WorldWideScience

Sample records for treinamento vocal para

  1. "A efetividade de um programa de treinamento vocal para operadores de telemarketing"

    OpenAIRE

    Andréa Gomes de Oliveira

    2005-01-01

    O objetivo deste estudo foi avaliar, de forma comparativa e multidimensional, a efetividade de um programa de treinamento vocal baseado em exercícios. Um total de 48 operadores, selecionados randomicamente, foram alocados em um grupo intervenção (N=14), que participou do treinamento durante oito semanas e um grupo controle (N=34). De acordo com as comparações pré e pós-treinamento, o grupo intervenção apresentou redução estatisticamente significante na medida de jitter (p=0,044). Não houve mu...

  2. Treinamento resistido para idosos: revisão de literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Socorro Fernanda Coutinho dos Santos

    2017-04-01

    Full Text Available No Brasil, o ritmo de crescimento da população idosa tem sido sistemático e constante e com isso, acredita-se que em 2025, o Brasil será a sexta maior população de idosos no mundo. Visto isso, os rofissionais da área de saúde mostram o quanto à atividade física se apresenta como fator determinante para o bom processo de envelhecimento. Objetivo: realizar uma avaliação da literatura vigente sobre os efeitos do treinamento resistido em pessoas idosas. Método: para produção da compilação deste estado da arte foram realizadas buscas em bibliotecas da área de ciências biológicas, revistas eletrônicas e bases de dados virtuais. Foram encontrados 31 artigos, após analise dos títulos e resumos, 19 artigos foram excluídos. Foram selecionados 12 artigos para serem analisados para confecção do presente trabalho. Resultados: dos artigos encontrados dois (16,67% investigaram os efeitos do treinamento resistido sobre a mobilidade e aptidão física, três (25% buscaram entender o efeito do treinamento resistido de 12 semanas, três (25% analisaram os efeitos do treinamento resistido sobre a mobilidade, equilíbrio e outras aptidões, três artigos (25% investigaram o efeito do treinamento resistido com diferentes intensidades, ordem de exercícios e intervalos e somente um artigo (8,33% investigou sobre o funcionamento do treinamento resistido. Considerações finais: são poucos os estudos que investigam a relação treinamento resistido com patologias decorrentes desse processo. Apesar disso, os resultados encontrados são significativos e constituem um referencial para estudos posteriores desta natureza sobre a população idosa.

  3. Treinamento resistido para crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jucemar Benedet

    2013-05-01

    Full Text Available Em uma sociedade onde a aparência corporal é muito valorizada, as academias de musculação são procuradas de forma cada vez mais precoce pelos jovens. O objetivo deste estudo foi fazer uma análise retrospectiva sobre a evolução das recomendações do treinamento resistido para crianças e adolescentes. A busca bibliográfica foi realizada nas bases de dados PubMed, Web of Science e Scielo. As estratégias de busca incluíram a combinação dos seguintes descritores: “resistance training”, “strength training”, “weight-training” “adolescents”, “children” e “youth”. A busca bibliográfica resultou em 349 artigos. A leitura e análise dos resumos pelos autores resultou na seleção de 25 artigos, respeitando os critérios de inclusão adotados. Os resultados indicam que as primeiras publicações sobre o tema ocorreram em 1990 e, a partir de então, observou-se uma evolução substancial tanto no número de publicações quanto nas abordagens do treinamento resistido para crianças e adolescentes. A análise dos artigos mostra que atualmente é possível encontrar informações qualificadas cujos indicativos suportam a prática do treinamento resistido por parte de crianças e adolescentes de forma segura e eficaz. Pode-se concluir que não restam dúvidas sobre os benefícios do treinamento resistido para a saúde dos jovens, respeitadas as recomendações vigentes as quais são pontuadas ao longo desta revisão. Convém destacar que permanecem latentes questões associadas às respostas crônicas do treinamento resistido nesta faixa etária, assim como dúvidas em relação à prescrição para as diferentes idades, ergonomia dos equipamentos e ambientes.

  4. Uma nova proposta para o treinamento do arremesso de lance livre no basquetebol

    OpenAIRE

    Cedra, Cristiano

    2007-01-01

    O lance livre é um tipo de arremesso do basquetebol e ocorre como conseqüência a algumas infrações à regra deste jogo. Aproximadamente, 25% dos pontos do jogo de basquetebol vêm do lance livre. No ensino e treinamento do basquetebol é o primeiro tipo de arremesso a ser ensinado servindo de base para os demais. Apesar da sua importância, as médias de acertos nestas situações tem sido inferiores a 70%, apenas alguns jogadores atingem médias superiores. Neste trabalho apresentamos...

  5. New experimental model for training in videosurgery Novo modelo experimental para treinamento em videocirurgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Malta Batista

    2012-10-01

    Full Text Available PURPOSE: To develop a new experimental model of lower cost for training in videosurgery. METHODS: This project was performed at the Nucleus of Experimental Surgery of the Bahiana School of Medicine and Public Health, based on previous models described in the literature and under the supervision of the full professor of Operative Technique and Experimental Surgery II. It was made a model cube-shaped, made of wood, with holes distributed in various locations, rubber stoppers for the holes and lined externally with carpet, and internally with laminate. RESULTS: The new experimental model is of low cost and reproduces quite faithfully several videosurgical procedures. CONCLUSION: Medical schools interested in the subject may adopt the new model for training in videosurgery without the need of high costs for making and using these models.OBJETIVO: Desenvolver um novo modelo experimental de baixo custo para treinamento em videocirurgia MÉTODOS: Este projeto foi conduzido no Núcleo de Cirurgia Experimental da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, baseado em modelos prévios descritos na literatura e sob a supervisão do professor titular de Técnica Operatória e Cirurgia Experimental II. Foi feito um modelo em formato de cubo, de madeira, com furos distribuídos em vários locais, tampas de borracha para os orifícios e forrado externamente com carpete e internamente com laminado. RESULTADOS: O novo modelo experimental desenvolvido é de baixo custo e reproduz de forma bastante fiel diversos procedimentos videocirúrgicos. CONCLUSÃO: Faculdades médicas interessadas no tema poderão adotar o novo modelo para o treinamento em videocirurgia sem que sejam necessários gastos elevados para a confecção e o uso desses modelos.

  6. O treinamento como contribuição para a consolidação da atividade de vendas

    OpenAIRE

    Maróstica , Eduardo

    2003-01-01

    Este trabalho teve como objetivo realizar uma reflexão conceitual sobre treinamento de vendedores que contempla fundamentos de marketing e princípios de vendas, visando maior efetividade no trabalho desses profissionais. Para isso foi realizada uma ampla revisão bibliográfica em livros e artigos acadêmicos relacionados a vendas, marketing e treinamento, nos acervos da príncipais bibliotecas tradicionais do país e em bases de dados eletrônicas disponíveis, além de jornais e revistas de negócio...

  7. Plataforma Blackboard: treinamento dos professores para a eficácia na EaD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Serravalle de Sá

    2010-08-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1807-9288.2010v6n1p124 O presente artigo faz considerações sobre o uso da plataforma Blackboard Academic Suite como ferramenta de ensino no âmbito do Departamento de Espanhol, Português e Estudos Latino-Americanos (SPLAS na Universidade de Manchester. O que se oferece é um depoimento da experiência do autor enquanto um professor-usuário dessa tecnologia aplicada ao ensino. Reflete-se aqui sobre as funcionalidades da plataforma e a questão do treinamento necessário para utilização plena do programa e o sucesso da experiência educativa.

  8. Contribuições das Comunidades de Prática para o Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas

    OpenAIRE

    Priscila Bernardo Martins; Gisele Lima Fernandes; Jane Garcia Carvalho

    2017-01-01

    Resumo: Vivemos um período de intensas transformações e inovações, e gerir conhecimento tornou-se um imperativo para as organizações que almejam sobreviver à concorrência. Todavia, o desafio é que muitas organizações não detêm uma política de treinamento estruturada ou ainda não dispõem de profissionais preparados para incentivar os colaboradores como deveriam. Nesses termos, novos formatos para o compartilhamento de conhecimento têm sido propostos, tais como as comunidades de práticas, que s...

  9. UM JOGO PARA TREINAMENTO DE OPERADORES DE SONDAS DE PERFURAÇÃO TERRESTRE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Ferdinandy Silva Chagas

    2012-03-01

    Full Text Available No intuito de reduzir a possibilidade de acidentes e falhas no processo de perfuração de poços de petróleo, um treinamento contínuo para os trabalhadores é altamente recomendado. Neste trabalho é proposto um jogo que simula uma plataforma de perfuração. No jogo, os jogadores são expostos a várias circunstancias nas quais eles podem exercitar seu conhecimento sobre seu trabalho e aprender o que fazer em situações adversas. Técnicas de inteligência artificial serão aplicadas ao jogo no intuito de atingir essa funcionalidade. Os recursos da aplicação incluem interação instantânea entre vários jogadores em ambiente virtual 3D. Ela é uma aplicação baseada na web, que permite jogadores remotamente executá-la em diferentes plataformas.

  10. Capital social, capital humano e treinamento profissional: evidências para os egressos do PEQ 2000 no Estado de Pernambuco

    OpenAIRE

    FERNANDES, Flávio Cireno

    2003-01-01

    O presente trabalho discute os programas de treinamento profissional, com foco no PEQ - Programa Estadual de Qualificação , executado através das Secretarias Estaduais de Trabalho STB s, com recursos do PLANFOR/FAT em especial no estado de Pernambuco no ano de 2000. Dentro do seu escopo teórico, é dividido em três partes: teorias para o mercado de trabalho, com atenção especial para as teorias de capital humano, segmentação e discriminação, além de uma revisão sobre educaç...

  11. O PAPEL DO HOSPITAL NO TREINAMENTO DE ENFERMEIROS PARA A ASSISTÊNCIA PRIMÁRIA DE SAÚDE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Judith Feitoza de Carvalho

    1981-01-01

    Full Text Available Conceitua-se o Hospital como elo da cadeia sistêmica de estabelecimentos de saúde, prestando serviços integrais de saúde à comunidade, com um programa assistencial que contempla ações de proteção, recuperação, reabilitação e higiene ambiental. O marco referencial disso foi a participação do Brasil na 32.ª Assembléia Mundial de Saúde, em 1979, quando a Delegação Brasileira aprovou o documento "FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS COM VISTAS A ALCANÇAR SAÚDE PARA TODOS NO ANO 2000", assumindo o compromisso de proporcionar assistência de saúde tecnicamente adequada, economicamente exeqüível e socialmente justa à ampla faixa da população brasileira. O Hospital tem responsabilidades no cumprimento da meta: "SAÚDE PARA TODOS", e no contínuo desenvolvimento de recursos humanos próprios, que são o instrumento fundamental para viabilização de todo processo de mudança ou de inovação institucional, para melhorar a prestação de serviços de saúde.É desejável que o treinamento seja formalizado no contexto da estrutura organizacional, devendo ser programado, acompanhado, avaliado e contínuo, no tempo. O efeito de um programa de treinamento reside basicamente na clara definição dos objetivos a alcançar e numa cobertura abrangente a todas as categorias profissionais e ocupacionais, executores e gestores de projetos/atividades, em toda a linha hierárquica institucional. A eficácia do treinamento de ENFERMEIROS para a assistência primária de saúde, a nível do Hospital, depende diretamente das experiências de ensino-aprendizagem proporcionadas por essa unidade, cujo programa global deve conter as ações de saúde de nível primário que lhe compete prestar à população que lhe é adstrita. Num sistema regionalizado, o treinamento de ENFERMEIROS e de outros profissionais deve estender-se aos níveis de prestação de saúde, seguindo o fluxo percorrido pela clientela em sua demanda aos serviços de saúde.

  12. BENEFÍCIOS DO TREINAMENTO FUNCIONAL PARA O EQUILÍBRIO E PROPRIOCEPÇÃO DE DEFICIENTES VISUAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sara Teresinha Corazza

    Full Text Available RESUMO Introdução: A deficiência visual é uma limitação sensorial que afeta 6,5 milhões de pessoas somente no Brasil, chegando a 285 milhões no mundo. Os sujeitos afetados pela deficiência visual têm dificuldade maior para manter o equilíbrio, já que a visão é um dos principais sentidos envolvidos nesse complexo processo. Para melhorar essa capacidade físico-motora e, consequentemente, a qualidade de vida desses sujeitos, é necessário aperfeiçoar os outros sistemas de propriocepção. Um dos métodos para isso é o treinamento funcional. Objetivo: Analisar os efeitos do treinamento funcional sobre a propriocepção e o equilíbrio de pessoas com deficiência visual. Métodos: O presente estudo de caso analisou três sujeitos com cegueira total ou baixa visão, durante um programa de treinamento funcional que teve duração de 12 semanas, com duas sessões semanais. O equilíbrio postural foi avaliado em uma plataforma de força, em condição bipodal e olhos vendados. A avaliação da propriocepção de membros superiores foi realizada com um cinesiômetro e a avaliação de membros inferiores foi realizada com a fixação de um flexímetro na articulação do joelho dominante do participante, ambas com os olhos vendados. Os resultados foram analisados de maneira descritiva e utilizando a técnica de análise de séries temporais. Resultados: Todos os sujeitos apresentaram melhora do equilíbrio postural. Com respeito à propriocepção do membro superior, o sujeito 1 (S1 apresentou melhora e quanto à propriocepção do membro inferior todos os sujeitos apresentaram melhora. Conclusão: Dessa forma, os resultados sugerem que o treinamento funcional influenciou positivamente o equilíbrio e a propriocepção desses indivíduos.

  13. Programa de saúde vocal para o professor : avaliação, auto-precepção vocal e ação educativa da voz

    OpenAIRE

    Raquel Aparecida Pizolato

    2012-01-01

    Resumo: Profissionais da voz, especificamente os professores, têm alto risco de desenvolver distúrbios da voz. Programas educativos de saúde vocal podem auxiliar o professor a cuidar melhor da voz e consequentemente na prevenção contra as disfonias. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um programa educativo, que inclui treinamento de exercícios vocais e higiene vocal, e analisar os efeitos do treinamento dos exercícios e prática de hábitos vocais de forma transversal e longitudinalmente....

  14. Programa de treinamento de consciência fonológica para crianças surdas bilíngües

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Érika Costa de Souza

    2007-04-01

    Full Text Available Um dos pré-requisitos básicos para a aquisição de leitura e escrita é a consciência fonológica. Estudos têm comprovado que quando expostas a um treinamento formal de consciência fonológica as crianças ouvintes melhoram esta habilidade e, conseqüentemente, aprimoram o desenvolvimento da leitura e da escrita. Entretanto, não há evidências deste tipo de procedimento para crianças surdas. Este estudo objetivou estruturar um Programa de Treinamento de Consciência Fonológica para crianças surdas bilingües e verificar sua efetividade. Participaram do estudo quatro crianças, que foram avaliadas quanto à consciência fonológica antes e após o Treinamento de Consciência Fonológica. Foram verificados efeitos positivos nos níveis de consciência fonológica destas crianças após a realização do Treino. Este estudo fornece indícios de que um Treinamento de Consciência Fonológica pode aprimorar o desenvolvimento da consciência fonológica em crianças surdas usuárias de língua de sinais.

  15. Treinamento de força para pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica

    OpenAIRE

    Silva,Evelise Guimarães da; Dourado,Victor Zuniga

    2008-01-01

    Pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica apresentam comumente fraqueza muscular periférica associada à intolerância ao exercício. Embora efetivo, o exercício aeróbio apresenta pouco ou nenhum efeito na fraqueza e atrofia muscular, além de não ser tolerado pela maioria dos pacientes com DPOC. Nesse sentido, o treinamento de força é opção racional para aumentar a força muscular, além de já ter se mostrado mais tolerável que o exercício aeróbio. O aumento de força muscular periférica é o...

  16. A importância do treinamento empresarial para a formação de empreendedores: um estudo com base no EMPRETEC-AMAPÁ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robson Antonio Tavares Costa

    2015-10-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo identificar e analisar o valor dos treinamentos empresariais como ferramenta de formação de empreendedores para a abertura de micro e pequenas empresas, capacitação e para o bom desempenho empresarial, inclusive entre o público jovem. Historicamente, a formação do empreendedor é tida como instrumento de ensino e aprendizagem, mas sua eficácia não é comprovada em função da falta de acompanhamento no mercado de trabalho dos que se submetem a esse tipo de aprendizagem. Diante disso, a presente pesquisa tomou por objeto de estudo o acompanhamento realizado no ano de 2011 e 2012 dos participantes do Empreendimento Tecnológico - EMPRETEC - 2010, promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas - SEBRAE, na cidade de Macapá, estado do Amapá, cujos dados estão contidos na publicação "Impacto do Treinamento EMPRETEC nos participantes Macapaenses", e se apresentam sistematizados neste artigo. A metodologia utilizada é a da comparação do desempenho dos participantes do treinamento, antes e depois dele. O resultado mostrou que o quantitativo de empresas abertas e sua formalização mais que dobrou quando comparado ao número de empresas existentes antes do treinamento.

  17. Uma ferramenta para treinamento na avaliação de imagens mamográficas via Internet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ângelo Michele Fúlvia

    2002-01-01

    Full Text Available Este trabalho consiste na implementação de um esquema computacional instalado em um "site" associado à "homepage" do Laboratório de Análise e Digitalização de Imagens do Departamento de Engenharia Elétrica da Escola de Engenharia de São Carlos -- Universidade de São Paulo, São Carlos, SP, para proporcionar um procedimento de interatividade com o usuário remoto na elaboração de laudo a partir da análise de imagens mamográficas via rede, com avaliação automática do parecer emitido. Isto foi feito a partir da implantação de um banco de imagens mamográficas digitalizadas, adequadamente pré-selecionadas, associado a uma base de dados com os laudos fornecidos por radiologistas especialistas. Como o processo tem a finalidade de ser utilizado para treinamento na avaliação diagnóstica em mamografia, o laudo do especialista é disponibilizado para comparação após a finalização de cada avaliação, juntamente com o parecer fornecido pelo usuário e sua porcentagem de acerto. Esse esquema, denominado "Laudos Online", objetiva também permitir ao usuário aprimorar seus conhecimentos, funcionando como uma ferramenta de ensino a distância.

  18. Estudo de algoritmos com chaveamento para o treinamento de redes neurais artificiais em problemas de reconhecimento de padrões

    OpenAIRE

    Eduardo de Azevedo Botter

    1996-01-01

    Este trabalho visa estudar o efeito da inclusão de técnicas de chaveamento no treinamento de Redes Neurais Artificiais do tipo feedforward observando se tais técnicas de treinamento produzem Redes Neurais Artificiais mais tolerantes a perdas de unidades escondidas. Apresentamos também, um estudo comparativo dos algoritmos de treinamento Back-Propagation e Filtro de Kalman Estendido na sua forma original e com a presença da técnica de chaveamento. No final é apresentado um exemplo prático de u...

  19. Development of weigh training programs for children Elaboração de programas de treinamento de força para crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidiclei Risso

    2003-10-01

    Full Text Available A hypokinetic lifestyle has increased among children and adolescents in the past few years, leading to risk factors which favor the chronic-degenerative diseases in the early childhood. Thus, the development of physical activity programs for this age group becomes necessary. The purpose of this study was to review the literature about the factors that can be related to the development of weight training programs with extra load for children. Aspects related to the physical activity in the childhood, caloric damage, physical fitness related to health, reasons that make children and adolescents practise or give up physical activity, physical fitness stability during childhood, physiological aspects and growth factors, are discussed. The factors that can interfere in the motor capacity strength, the myths related to weight training with children, possible benefits obtained from this practice, factors that should be taken into consideration regarding specific weight training for children, weight training supervision during childhood, general guidelines for weight training in children, developing weight training programs for children and discussion about strength testing, are dealt with more specifically. When supervised properly by specialists, the specific and individualized training for children and adolescents can generate a significant muscular strength gain, and contribute favorably for health promotion and life quality in this age group.   Um estilo de vida hipocinético tem aumentado entre crianças e adolescentes nos últimos anos, e isso faz com que os fatores de risco se apresentem mais facilmente, favorecendo o surgimento de doenças crônico-degenerativas já na infância. Logo, torna-se necessário a criação de programas de atividade física para essa faixa etária. O objetivo desse estudo é realizar uma revisão de literatura acerca dos fatores que se relacionam à montagem de um programa de treinamento com sobrecarga para crian

  20. A influência do treinamento de força especial explosiva pliométrica para membros inferiores em saltos e velocidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Alves Gonçalves

    2017-01-01

    Full Text Available O futsal, esporte muito praticado em escolas no Brasil e que se utiliza força explosiva de membros inferiores e a velocidade de seus praticantes. A fim de conseguir melhor rendimento de seus atletas, professores e treinadores de futsal, podem criar métodos de treinamento bastante eficientes para esta determinada modalidade, que enfoquem a força explosiva de membros inferiores e a velocidade, em virtude disso este estudo tem como objetivo verificar a influência do treinamento de força especial explosiva de membros inferiores, em saltos e velocidade, que estão sempre presentes em jogos de futsal. Para realizar o estudo foram utilizados vinte alunos do sexo masculino do Colégio Marista de Ribeirão Preto com idade média de 16  1 ano, que treinam futsal duas vezes na semana. Os vinte indivíduos foram submetidos aos testes de Corrida de 50 Metros, Sargen´t Jump Test Adaptado e o de Salto Longitudinal; após as avaliações os alunos foram subdivididos em dois grupos de dez alunos cada, sendo os grupos A e B. O grupo A foi submetido a oito semanas de treinamento pliométrico com cones, o grupo B não teve nenhum tipo de treinamento físico. Após este período de treinamento os grupos A e B foram reavaliados. Assim conclui pelos resultados apresentados pelo grupo A e grupo B, que o Grupo A, que treinou, obteve uma melhora significativa em relação aos valores obtidos antes do treinamento e sobre o grupo B, que não realizaram nenhum tipo de treinamento físico. Sendo que o grupo B, sem fazer treinamento físico algum, também obteve melhora no seu pós-teste, mas o grupo A teve rendimento superior ao grupo B no pós-teste. ABSTRACT The influence of special explosive plyometric strength training for lower limbs in heels and speed The futsal, sport very practiced at schools in Brazil and that is used explosive force of inferior members and your apprentices' speed. In order to get your athletes' better revenue, teachers and futsal trainers

  1. Condicionamento vocal individualizado para profissionais da voz cantada - relato de casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara Behlau

    2014-10-01

    Full Text Available Este estudo tem como tema o desenvolvimento de programas de condicionamento vocal individualizado para a demanda específica de três profissionais da voz cantada. Trata-se de um relato de caso de três profissionais da voz cantada: uma cantora e atriz de teatro musical brasileiro, um cantor sertanejo e um cantor de roque. Os três indivíduos foram submetidos à avaliação fonoaudiológica, apresentando queixas relacionadas a cansaço e fadiga após uso da voz e/ou aperfeiçoamento vocal e realizaram avaliação otorrinolaringológica prévia. Os três pacientes estavam em processo de terapia fonoaudiológica, sendo uma das etapas o desenvolvimento de um programa de condicionamento vocal individualizado, de acordo com a demanda, necessidade e disponibilidade de cada sujeito. A cantora e atriz de teatro musical brasileiro aderiu facilmente à proposta personalizada de condicionamento vocal, pois sentia os ganhos de realização uma mobilização fisiológica antes de passar para a técnica-artística que já executava. O cantor sertanejo aderiu facilmente ao programa de condicionamento vocal individualizado, sem nenhuma dificuldade, e relatou extrema melhora em seu conforto e desempenho vocal durante o canto com os exercícios selecionados. O cantor de roque apresentou maior flexibilização de trato vocal, estabilidade da emissão no canto, ampliação da tessitura vocal, maior precisão articulatória e redução da constrição global excessiva após dar início ao programa de condicionamento vocal individualizado.O condicionamento vocal individualizado mostra efeitos positivos, principalmente para os profissionais da voz, pois os indivíduos trabalham exatamente sob a demanda que será utilizada com o uso profissional da voz,com exercícios específicos e direcionados para suas necessidades.

  2. Aspectos relacionados com a otimização do treinamento aeróbio para o alto rendimento Related aspects of aerobic training optimization for high performance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Fernandes Mendes de Oliveira

    2010-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi apresentar recomendações visando à otimização do treinamento aeróbio, a partir do conhecimento dos índices de aptidão funcional e seus mecanismos fisiológicos. Em atletas altamente treinados, a precisão na elaboração do treinamento pode ser o meio mais seguro para a melhora do rendimento, pois nesses indivíduos é comum a carga de treinamento oscilar entre o estimulo insuficiente e o aparecimento do excesso de treinamento. Existe, portanto, uma variedade muito grande de fatores que devem ser considerados na elaboração de um programa de treinamento. O entendimento dos mecanismos de fadiga e das respostas fisiológicas associadas às diferentes durações e intensidades de exercício é essencial para uma correta elaboração das sessões de treinamento. Além disso, treinos intervalados de alta intensidade são imprescindíveis para melhora de rendimento em atletas altamente treinados, porém, é recomendado que ele seja realizado após um razoável período de recuperação das sessões de treino anteriores. Assim, o contato entre o atleta e o treinador é importante para um planejamento cuidadoso dos períodos de recuperação antes da ocorrência de fadiga excessiva. O treinador deveria arquivar um histórico das cargas de treino e recuperações, aprendendo com a própria experiência os tipos de cargas que podem ser toleradas individualmente. Entre os fatores que podem afetar o rendimento aeróbio, o planejamento de um aquecimento apropriado e as condições ambientais adversas são aspectos muito importantes. Após reunir todas essas informações, é possível elaborar as bases do treinamento (frequência, volume, intensidade e recuperação visando melhora contínua do rendimento aeróbio.The objective of this work was to present recommendations aiming the aerobic training optimization, from the knowledge of the indexes of functional fitness and their physiological mechanisms. Concerning highly

  3. Efetividade de um programa de aprimoramento vocal para professores Effectiveness of a vocal improvement program for teachers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Fontes Luchesi

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar parâmetros fonoarticulatórios de professores, pré e pós-programa de aprimoramento vocal. MÉTODO: um programa de aprimoramento vocal foi oferecido numa escola estadual do município de Campinas, São Paulo, Brasil. Treze professores aceitaram participar do programa. Devido ao critério de exclusão, apenas cinco foram selecionados para as análises. Os sujeitos foram previamente submetidos à avaliação laringológica. Foram realizados 12 encontros semanais de 1 hora e 30 minutos na própria escola. No primeiro e no último encontro os sujeitos gravaram três "frases-veículo". As gravações foram submetidas à análise perceptivo-auditiva (para avaliação do pitch, da modulação e da articulação e acústica (para avaliação da freqüência fundamental, da extensão de freqüência e dos dois primeiros formantes. Os dados foram submetidos à análise estatística. RESULTADOS: mesmo com o pequeno número de sujeitos, os resultados do presente estudo, revelaram ampliação significante da extensão de freqüência, indicando maior uso deste recurso expressivo pós-aprimoramento, além do aumento estatisticamente significante de F1 nas vogais /i/ e /u/ pós-intervenção, sugerindo melhora no ajuste articulatório. CONCLUSÕES: não foram observadas modificações no pitch, modulação e articulação avaliados por meio da análise perceptivo-auditiva, bem como da freqüência fundamental pós-intervenção.PURPOSE: to analyze and correlate teachers' vocal and articulation parameters in a pre and post vocal improvement program. METHOD: a vocal improvement program was offered to a fundamental education state school, located in Campinas, São Paulo, Brazil. Thirteen teachers agreed to take part in the program, however, due to the exclusion criterion, only five "subjects" were selected for the analysis. Teachers were previously submitted to a laryngologist evaluation. Twelve weekly meetings of one and a half hour each

  4. Programa de saúde vocal para educadores: ações e resultados Vocal health program for educators: actions and results

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lúcia Oliveira Suzigan Dragone

    2011-12-01

    Full Text Available TEMA: a voz do professor tem sido foco de estudos nas últimas duas décadas devido à alta ocorrência de alterações vocais nesta classe profissional, assim, reforçou-se a necessidade dos professores participarem de ações para garantir saúde vocal. Poucos são os estudos na literatura que descrevem programas e seus resultados. PROCEDIMENTOS: Descrever um Programa de Saúde Vocal desenvolvido no período 2002 a 2005, para educadores de ensino público (infantil e fundamental do interior do Estado de São Paulo, composto por grupos básicos de voz oferecendo conhecimento teórico prático de cuidados vocais, com triagem da qualidade da voz dos participantes; grupos avançados buscando reorganização dos processos de fonação e do uso vocal em sala de aula. RESULTADOS: em média 56% dos educadores inscritos frequentaram as ações; 62,9% das vozes apresentavam distúrbios na triagem vocal com maioria em grau discreto; no início dos grupos avançados 100% dos educadores participantes referiram mais de 3 sintomas associados ao uso vocal, e após, somente 45% deles ainda de 4 a 13 sintomas; os dados de autopercepção vocal revelaram baixos escores de impacto da voz nas atividades profissionais. CONCLUSÃO: a descrição revelou a necessidade de ajustes constantes do programa para alcançar seus objetivos. A baixa participação às ações pode estar relacionada à presença de impacto discreto da voz nas atividades profissionais, fato a ser mais bem investigado no futuro, e o benefício constatado objetivamente da participação dos educadores nos grupos avançados de voz foi a diminuição na quantidade de sintomas vocais.BACKGROUND: in the last two decades teacher's voice has been the target of many researches due to the high incidence of voice disturbances in this professional class; therefore, the need for these professionals to take part in actions that ensure the vocal health has been reinforced. Few papers in the literature describe

  5. A construção do personagem através do ritual: uma proposta de treinamento para o ator

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Copeliovitch

    2009-05-01

    Full Text Available Este trabalho propõe um processo de preparação para atores que, a partir de um treinamento ritualístico, lhes possibilite construir seus personagens com mais fluidez, utilizando a experiência corporal como base sólida para esta construção, ou seja: buscando descobrir como criar um personagem a partir do seu material sensorial orgânico e não, mental; e partindo deste material orgânico (seu corpo produzir um resultado energético (a comunicação “mágica? com o público. Esta pesquisa está baseada em estudos sobre o rito e a relação entre o sagrado e o profano no teatro, associados à busca de mitos relacionados com a simbologia teatral e o imaginário que compõem o personagem cênico. O treinamento sugerido inclui exercícios de concentração, práticas corporais e vocais, e visa encontrar mecanismos internos e externos que levem o ator a um estado de total disponibilidade criativa, que lhe possibilite a descoberta e codificação de ações que constituirão um personagem teatral.

  6. Treinamento de força para pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica Strength training for patients with chronic obstructive pulmonary disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelise Guimarães da Silva

    2008-06-01

    Full Text Available Pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica apresentam comumente fraqueza muscular periférica associada à intolerância ao exercício. Embora efetivo, o exercício aeróbio apresenta pouco ou nenhum efeito na fraqueza e atrofia muscular, além de não ser tolerado pela maioria dos pacientes com DPOC. Nesse sentido, o treinamento de força é opção racional para aumentar a força muscular, além de já ter se mostrado mais tolerável que o exercício aeróbio. O aumento de força muscular periférica é o benefício mais consistente do treinamento de força e, quando este é associado ao exercício aeróbio, não resulta em melhora adicional da capacidade de exercício, da dispnéia e da qualidade de vida. Contudo, observa-se que o treinamento combinado é fisiologicamente mais completo e pode ser uma opção de condicionamento físico mais diversificado. O treinamento de moderada a alta intensidade resulta em maiores adaptações fisiológicas, entretanto o exercício de baixa intensidade é tolerável, simples, de fácil execução domiciliar, não requer equipamentos sofisticados e resulta em benefícios significativos. Este exercício é indicado, sobretudo, para os pacientes com DPOC mais avançada. Finalmente, há evidências recentes de que o treinamento de força para os músculos do tronco é alternativa válida para melhorar a capacidade funcional de exercício e a função pulmonar em pacientes com DPOC. A presente revisão de literatura sugere a incorporação do treinamento de força como estratégia de rotina nos programas de reabilitação pulmonar. Pesquisas futuras são necessárias para avaliar os efeitos do treinamento de força na saúde mental, no desempenho em atividades de vida diária, na saúde osteoarticular, no risco de quedas e na função pulmonar, entre outros.Patients with chronic obstructive pulmonary disease commonly present peripheral muscular weakness associated with intolerance to exercise. Although

  7. Periodização de treinamento para estudantes de ballet clássico na prevenção de lesões

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kamile Nienkotter de Paula Souza

    2016-07-01

    Full Text Available Objetivo: realizar uma periodização e analisar os índices de dor e lesão de bailarinas clássicas. Método: a amostra foi constituída por 10 bailarinas com idade entre 18 e 23 anos. Na caracterização da amostra, coletaram-se os dados de massa corporal e estatura, para cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC. As avaliadas responderam a um questionário individual, contendo informações sobre a prática da dança e responderam o questionário nórdico. Iniciou-se o processo de treinamento com uma avaliação musculoesquelética, através do teste de impulsão horizontal, quantificação de força muscular e também foi realizado o teste de esforço máximo. Os treinos foram divididos em capacidade aeróbica, resistência e potência. O treinamento foi realizado duas vezes por semana, com duração de uma hora e trinta minutos, por um período de 5 meses. Para análise dos dados, realizou-se a estatística descritiva (média, desvio padrão e percentual, o teste de Shapiro-Wilk, para verificar a normalidade da amostra. O teste t de Student foi utilizado para comparação entre pré e pós-atividade e foi realizado o qui-quadrado para comparação da frequência percentual. Resultados: nas variáveis antropométricas não foram encontrados valores significativos entre pré e pós treinamento. Resultado semelhante ocorreu nas comparações da avaliação musculoesquelética, no teste de esforço máximo e na frequência cardíaca máxima. Ao contrário, nas porcentagens da distribuição de sintomas osteomusculares foi possível observar diferenças significativas entre pré e pós intervenção. Considerações finais: o treinamento periodizado, respeitando a individualidade biológica de cada individuo, foi capaz de produzir diminuição significativa nos índices de lesão e dor das bailarinas avaliadas.

  8. Necessidades de treinamento organizacional e motivação para trabalhar Training needs and work motivation: analysis of the relationship

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisela Gomes da Silva

    2012-04-01

    Full Text Available Apesar de contribuir com a programação, a execução e a avaliação de resultados, a etapa de análise de necessidades tem sido constantemente negligenciada pela literatura científica e pela prática profissional de treinamento, cujos volumosos investimentos, portanto, tendem a ser desperdiçados. Os modelos que orientam este importante campo foram propostos há aproximadamente 50 anos, de forma que não são capazes, atualmente, de orientar teórica e metodologicamente estudiosos e praticantes da área. Nesse sentido, esta pesquisa objetivou, mediante execução de análise de covariância em amostra de 213 participantes, investigar a relação entre motivação para o trabalho e complexidade de necessidades de treinamento, com vistas a permitir a composição futura de modelos teóricos de análise de necessidades integrados, não apenas por componentes relacionados às tarefas, como prescrito na literatura, mas, também, por variáveis relativas aos níveis individual, grupal e organizacional de análise. Especificamente, quatro objetivos específicos, cada qual associado a procedimentos e técnicas de pesquisa particulares, foram determinados: (1 elaborar, por meio de pesquisa documental e grupo de foco, e validar, teórica e empiricamente, a partir de entrevista individual e realização de análises fatoriais exploratórias, instrumento para aferição das necessidades de treinamento; (2 adaptar e validar estatisticamente o instrumento de medida de motivação para trabalhar, também em função de análises fatoriais exploratórias; (3 com teste de diferença de médias entre amostras independentes, formar grupos de comparação em função do no nível de motivação para trabalhar dos respondentes; e (4 identificar variáveis de controle estatístico para composição do modelo final de investigação a partir de correlações bivariadas. Os resultados obtidos satisfizeram todos esses quatro objetivos intermediários de pesquisa

  9. Saúde vocal e mhealth: novas alternativas para antigos cenários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christina Cesar Praça Brasil

    2017-03-01

    Full Text Available O mundo vivencia a era da comunicação e a saúde é uma das áreas beneficiadas pela inserção de novos recursos na vida das pessoas. Nesse contexto, as Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs ocupam lugar de destaque e aplicam-se ao processamento, armazenamento, busca e transmissão de informação em formato digital, trazendo mais velocidade e confiabilidade à troca de informações(1,2. Na área da saúde, as TICs exercem papéis cada vez mais relevantes, estando presentes nas áreas clínica, gerencial, assistencial e de apoio à decisão dos profissionais e gestores. Nesse cenário, a tecnologia pode influenciar e modificar o modo de viver e de agir das pessoas, inclusive quando estas questões passam pelo contexto da promoção da saúde e do cuidado. Confirma-se, desta forma, a relevância da incorporação das tecnologias na assistência à saúde(3,4. No caso da saúde vocal, implica em um redimensionamento do autocuidado, uma vez que os acometimentos do aparelho fonador fazem parte do universo dos profissionais da voz, destacando-se os professores, sendo esta uma realidade que requer enfrentamento por meio de medidas políticas e tecnológicas, que ofereçam resolubilidade para esse problema tão recorrente. Um estudo(5 realizado com 351 professoras de escolas municipais do ensino fundamental de Fortaleza, Ceará, mostrou mais da metade delas apresentando mais de seis sintomas vocais, e que, mesmo considerando-se expostas a mais de seis fatores de risco vocal, nunca participaram de programa de saúde vocal, no que convergem outros estudos brasileiros(6,7. Ressalta-se que, além da escassez de ações educativas em saúde vocal, as políticas públicas brasileiras e a legislação voltadas à saúde do professor são falhas e restritas(8, e, por isso, chama-se atenção para a importância do desenvolvimento de campanhas de comunicação em saúde e em recursos tecnológicos voltados à saúde vocal, no sentido de refor

  10. Modelo experimental para treinamento com dispositivo de assistência ventricular pulsátil Experimental ventricular assist device to maintain cardiocirculatory conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Galantier

    1995-09-01

    Full Text Available Os dispositivos de Assistência Ventricular (D A V têm sido utilizados para permitir a manutenção de condições cardiocirculatórias em dois tipos de situações: 1- Como ponte para transplante cardíaco em paciente candidato e que, na espera de doador apropriado, tem suas condições cardiocirculatórias muito deterioradas. 2- Como suporte circulatório em situações agudas em que se prevê uma possível recuperação funcional do coração, como em miocardites agudas, miocardiopatia puerperal, falência miocárdica pós cardiotomia, rejeição aguda pós transplante cardíaco etc. Entre os vários dispositivos utilizados, o modelo descrito por Pierce-Donachy, desenvolvido pela Thoratec Laboratories Corporation, consiste em aparelho de fluxo pulsátil, pneumático, externo, podendo ser usado como suporte uni ou biventricular. O ventrículo artificial é acionado por um módulo que permite vários ajustes manuais ou mesmo automáticos para melhor adequação às diferentes condições clínicas do paciente. O treinamento para utilização do dispositivo implica na integração de vários setores, como cirurgiões, intensivistas, enfermeiras, biomédicos e eletrotécnicos, necessitando laboratório especializado, com o uso de animais de maior porte, de custo elevado e manuseio complicado, dificultando a repetição freqüente dos experimentos. Os autores desenvolveram um modelo experimental, constituído por um coração bovino conectado pelo átrio esquerdo e pela aorta a um circuito de circulação extracorpórea. Através de técnica cirúrgica padronizada, são instaladas as cânulas apropriadas; as mesmas são conectadas ao ventrículo artificial e este ao módulo de acionamento. Com este modelo podese, de maneira simples, didática e reprodutível, efetuar o treinamento de aspectos técnicos de implante, manuseio de módulo de acionamento e simulação de situações clínicas e emergenciaisThe Ventricular Assist Devices (V A D have

  11. Teclado de conceptos y aplicaciones informáticas como ayudas para la comunicación no vocal Spctutor

    OpenAIRE

    Estévez Mesa, Manuel

    1998-01-01

    Con este artículo se intenta aportar el uso de un periférico o ayuda técnica como es el Teclado de Conceptos para el desarrollo de la comunicación no vocal de alumn@s con déficits motores graves. utilizando para ello la Aplicación Informática de Ayuda a l

  12. Treinamento de habilidades sociais educativas para pais de crianças com problemas de comportamento Training parent social skills for families of children with behavior problems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Isabel Santos Pinheiro

    2006-01-01

    Full Text Available Este artigo descreve um programa de Treinamento de Habilidades Sociais para pais de crianças com problemas de comportamento. O programa, com duração de 11 semanas, apresentou, por meio de passos semanais seqüenciados, princípios da análise do comportamento para a prática disciplinar não-coerciva e modelos de habilidades sociais educativas para pais, com tarefas semanais de observar o comportamento do filho, estabelecer condições de aprendizagem e desempenho de comportamentos desejáveis (empatia, seguimento de instruções, independência etc., expressão afetiva entre outros. Participaram do programa 32 mães e dois pais, com avaliações pré e pós-intervenção por meio de questionários de auto-relato e entrevistas. Os resultados mostraram redução significativa na freqüência e severidade de comportamentos importunos e/ou indisciplinados, conforme avaliação dos pais. Concluiu-se que o enfoque de habilidades sociais educativas para pais pode contribuir positivamente para o desenvolvimento de práticas disciplinares não-coercivas junto a essa clientela.This paper describes a Parental Social Skills Program aimed to reduce children behavior problems. The program, lasting 11 weeks, was implemented by means of weekly sequential steps starting with behavior analysis principles for parents to practice a non-coercitive discipline and to learn, models of parental social skills. Parents received weekly home assignments to observe the children's behavior, to establish favorable learning conditions for children to behave in desirable ways (empathy, compliance, independence etc. and to adequately express emotions. Thirty-two mothers and two fathers participated in the program. Self-report questionnaires and open interviews in the pre-and post-intervention phases were used to assess the program's efficacy. Results showed significant reduction in the frequency and severity of disruptive and/or noncompliant behavior, as assessed by the

  13. Substitution of amalgam restorations: participative training to standardize criteria Substituição de restaurações de amálgama: um treinamento participativo para padronização de critérios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Toledo Pitanga Fernandes

    2004-09-01

    Full Text Available Considering that the variations on clinical judgment with respect to replacement of restorations are a problem which affects dentistry, the aim of this study was to elaborate, implement and evaluate a programme of participative training to standardize criteria for the evaluation of amalgam restorations. Five professors of Integrated Clinic of the School of Dentistry of the University of Vale do Rio Doce (UNIVALE, Brazil, visually and radiographically evaluated 28 extracted permanent teeth presenting amalgam restorations. The research was developed in four distinct phases: first - the teeth were evaluated according to individual criteria to determine whether restorations should be replaced or not; second - the examiners participated in a training programme with the objective of standardizing the evaluation criteria; third - soon after the training, the teeth were re-evaluated using the adopted standardized criteria; fourth - five months after the training, the procedures on third phase were repeated. For each restoration the examiners registered the main reason for considering the restoration: satisfactory, requiring total substitution, requiring partial substitution or requiring finishing/polishing. After participating in the training programme the examiners presented a statistically significant reduction (sign test: Z = 0.4989, p = 0.0022 in indicating the need to substitute restorations, result which was maintained five months after training. This programme of participative training can be organized and implemented to standardize the criteria to evaluate amalgam restorations achieving satisfactory results with an impact on clinical practice.Considerando que variação no julgamento clínico de substituição das restaurações é um problema que afeta a maioria dos profissionais, objetivou-se neste trabalho elaborar, implementar e avaliar um programa de treinamento participativo para padronização de critérios na avaliação de restaura

  14. Banco de imagens mamográficas para treinamento na interpretação de imagens digitais Digital image database for mammography interpretation training

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Ricardo Pires

    2004-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Disponibilizar aos profissionais da radiologia um "software" para treinamento na interpretação de imagens mamográficas em sistemas digitais. MATERIAIS E MÉTODOS: Foi desenvolvido um "software" em Delphi associado a uma base de dados em Interbase, com a finalidade de armazenar imagens de exames mamográficos associados aos seus laudos em categorias BI-RADS®. As imagens foram previamente qualificadas e digitalizadas em "scanner" a laser Lumiscan 75. O treinamento se faz com imagens apresentadas em monitores comerciais de 17 polegadas, no tamanho 18 × 24 cm. O "software" permite visualizar cada projeção das mamas individualmente, médio-lateral oblíqua e crânio-caudal, ou as quatro imagens simultaneamente. Permite acessar as imagens e os laudos existentes ou interpretar as imagens utilizando o sistema de categorias BI-RADS®, em que o "software" compara o laudo do usuário com as informações do banco de dados, apontando acertos e erros da interpretação. RESULTADOS: O usuário adquire familiaridade com sistemas digitais, laudos em categorias BI-RADS® e aspectos de qualidade do processo gerador das imagens relativo à detecção de fibras e microcalcificações. CONCLUSÃO: O "software" disponível na intranet da Universidade Federal de São Paulo é ferramenta valiosa para os profissionais interessados em sistemas digitais.OBJECTIVE: To make a software available for training professionals in the interpretation of mammography images on digital systems. MATERIALS AND METHODS: The software was developed in Delphi and linked to a Interbase database to store mammographic images in association with the BI-RADS® category results. Images were previously qualified and digitized using a Lumiscan 75 laser scanner. Training is done on 18 × 24 cm images displayed on a 17² commercial monitor. The software allows displaying of each breast view individually, medial-lateral oblique and cranial-caudal views, or four images simultaneously

  15. BENEFÍCIOS DO TREINAMENTO FUNCIONAL PARA O EQUILÍBRIO E PROPRIOCEPÇÃO DE DEFICIENTES VISUAIS

    OpenAIRE

    Corazza,Sara Teresinha; Laux,Rafael Cunha; Foesch,Miriam Léa Strauss; Santos,Daniela Lopes dos; Machado,Rafaella Righes; Macedo,Thuane Lopes; Piovesam,Ana Carla; Mezzomo,Stela Paula

    2016-01-01

    RESUMO Introdução: A deficiência visual é uma limitação sensorial que afeta 6,5 milhões de pessoas somente no Brasil, chegando a 285 milhões no mundo. Os sujeitos afetados pela deficiência visual têm dificuldade maior para manter o equilíbrio, já que a visão é um dos principais sentidos envolvidos nesse complexo processo. Para melhorar essa capacidade físico-motora e, consequentemente, a qualidade de vida desses sujeitos, é necessário aperfeiçoar os outros sistemas de propriocepção. Um dos m...

  16. INTERTEXTUALIDAD EN "VOCALES PARA HILDA" DE GONZALO ROJAS: UN DIÁLOGO ABIERTO CON RIMBAUD Y CÉSAR VALLEJO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Héctor Veliz Gatica

    2009-11-01

    Full Text Available El presente trabajo se propone demostrar la existencia de una intertextualidad entre el poema "Vocales para Hilda" de Gonzalo Rojas y los sonetos "Vocales" ("Voyelles" y "El dolor de las cinco vocales" de Arthur Rimbaud y César Vallejo, respectivamente. Para ello, se procedió con la recolección bibliográfica y revisión crítica de textos, además de un registro de los datos intratextuales (nivel fónico, gramatical y semántico presentes en el poema. Los resultados obtenidos demuestran la existencia de dicha relación intertextual, por lo que concluimos que el texto de Rojas no se reduce a un poema de corte privativamente amoroso, ya que al plantearse en diálogo con los autores aquí considerados, se amplía y enriquece en su potencial de sentidos.The present work proposes to demonstrate the existence of an intertextuality between the poem " Vocales para Hilda " of Gonzalo Rojas and the sonnets " Voyelles " and "El dolor de las cinco vocales " of Arthur Rimbaud and César Vallejo respectively. To achieve this purpose a bibliographic recollection and a critical review of the texts has been done, and a register of the intertextual data present in the poem (phonic, grammatical, and semantic level was also establihed. The results demostrated the presence ofthe above mentioned intertextual relationship, that is why it may be assumed that Gonzalo Rojas' text is not only a love poem; it also establishes a dialogue with the already mentioned Rimbaud and Vallejo, which means thispoem has a much wider potential meaning.

  17. Nova técnica para treinamento em acessos vasculares guiados por ultrassom utilizando modelo de tecido animal New technique for ultrasound-guided vascular access training using an animal tissue model

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robson Barbosa de Miranda

    2012-03-01

    Full Text Available A ultrassonografia Doppler deixou de ter seu uso apenas como método diagnóstico e vem galgando espaço nos procedimentos terapêuticos. Com maior aplicabilidade e uso de cateteres venosos centrais e procedimentos guiados por ultrassom, há preocupação com a melhora da eficácia e segurança durante o procedimento, assim como com a diminuição das potenciais complicações. Para isso, o treinamento da técnica em modelos (phantoms é desejável. Os modelos industrializados para treinamento em acesso vascular guiado por ultrassom são caros e não reproduzem adequadamente a ecotextura e a densidade dos tecidos humanos. Na tentativa de treinar e aprimorar os profissionais para o uso do ultrassom em procedimentos de acessos vasculares, desenvolveu-se um modelo animal de baixo custo, fácil confecção e excelente aplicabilidade.Duplex ultrasonography has not been used only as a noninvasive diagnostic method. Recently it has been applied for therapeutic procedures. Due to the increasing use and applicability of central venous catheters and eco-guided vascular procedures, there are concerns about improving results regarding accuracy and safety, reducing complication rates during those procedures. It would be desirable that training was accomplished using phantoms before actual procedures in human subjects. Industrialized phantoms are expensive and they do not reproduce human's ecographic density and texture. In order to train and improve ultrasound guided vascular access, we have developed a cheap animal tissue model, which is of easy preparation and applicability.

  18. Desarrollo de interfaces para la detección del habla sub-vocal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jenny Alejandra Gutiérrez Calderón

    2013-09-01

    Full Text Available This paper explores the most important techniques currently used to detect sub-vocal speech in people with cerebral palsy as well as for commercial purposes, (e.g. allow communication in very noisy places. The methodologies presented deal with speech-signal acquisition and processing. Signal detection and analysis methods are described throughout the whole speech process, from signal generation (as neural impulses in the brain to the production sound in the vocal apparatus (located in the throat. Acquisition and processing quality depends on several factors that will be presented in various sections. A brief explanation to the whole voice generation process is provided in the first part of the article. Subsequently, sub-speech signal acquisition and analysis techniques are presented. Finally, a section about the advantages and disadvantages of the various techniques is presented in order to illustrate different implementations in a sub-vocal speech or silent speech detection device. The results from research indicate that Non-audible Murmur Microphone (NAM is one of the choices that offer huge benefits, not only for signal acquisition and processing, but also for future Spanish language phoneme discrimination.

  19. Eficácia do treinamento de habilidades fonológicas em crianças de risco para dislexia Efficacy of phonological skills training program in children under risk of dyslexia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cíntia Cristina Fadini

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: identificar os sinais da dislexia em escolares de 1ª série e verificar a eficácia do programa de treinamento fonológico em crianças de risco para a dislexia que freqüentam a 1ª série escolar e investigar dentre as crianças de risco que não apresentaram melhora após o treinamento se há presença do quadro de dislexia por meio de diagnóstico interdisciplinar. MÉTODO: participaram deste estudo 30 crianças de 1ª série de ensino público, de ambos os gêneros, na faixa etária de 6 a 7 anos de idade. Neste estudo foi realizada a adaptação brasileira da pesquisa sobre treinamento de habilidades fonológicas composta de pré-testagem, intervenção e pós-testagem. Em situação de pré e pós-testagem, todas as crianças foram submetidas à aplicação do teste para a identificação precoce dos problemas de leitura e aquelas que apresentaram desempenho inferior a 51% das provas do teste foram divididas em Grupo I (GI: composto por 13 crianças submetidas ao programa de treinamento; e em Grupo II (GII: composto por 17 crianças não submetidas ao programa de treinamento. RESULTADOS: os resultados deste estudo revelaram diferenças estatisticamente significantes, evidenciando que das 13 crianças submetidas ao programa, 11 apresentaram melhor desempenho em situação de pós-testagem em relação à pré-testagem. Apenas 2 crianças não responderam à intervenção proposta, sendo submetidas à avaliação interdisciplinar. CONCLUSÃO: a realização do programa de treinamento das habilidades fonológicas foi eficaz para as crianças de risco para dislexia, comprovados pela melhora das habilidades fonológicas e de leitura em situação de pós-testagem em relação à pré-testagem.PURPOSE: to identify the symptoms of dyslexia in 1st grade students and verify the effectiveness of the phonological training program in children under risk of dyslexia and verify children under risk who have not improved after training for

  20. QualIM®: software para treinamento na interpretação de imagens médicas digitais QualIM®: a software for training in the reading of digital medical images

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Ricardo Pires

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Foi desenvolvido um software denominado QualIM® - Qualificação de Imagens Médicas para treinamento de profissionais na interpretação de exames digitais de mamografias utilizando ferramentas de manipulação de imagens, em monitores específicos, classificadas em BI-RADS®. MATERIAIS E MÉTODOS: O sistema, desenvolvido em Delphi 7, armazena as respostas da interpretação de imagens mamográficas durante o treinamento e compara aos dados inseridos denominados "padrão-ouro". O sistema contém imagens de computed radiography, direct radiography e digitalizadas. O software converte as imagens do computed radiography e direct radiography para o formato TIFF, mantendo as resoluções espacial e de contraste originais. Profissionais em treinamento manipulam o realce da imagem utilizando ferramentas de software (zoom, inversão, réguas digitais, outras. Dependendo da complexidade, são apresentadas até oito incidências mamográficas, seis imagens de ultra-som e duas de anatomopatológico. RESULTADOS: O treinamento iniciou em 2007 e atualmente faz parte do programa de residência em radiologia. O software compõe o texto, de forma automática, das informações inseridas pelo profissional, baseado nas categorias BI-RADS, e compara com a base de dados. CONCLUSÃO: O software QualIM é uma ferramenta digital de ensino que auxilia profissionais no reconhecimento de padrões visuais de uma imagem mamográfica, bem como na interpretação de exames mamográficos, utilizando a classificação BI-RADS.OBJECTIVE: A software called QualIM® - Qualificação de Imagens Médicas was developed for training of practitioners in the interpretation of digital mammograms classified according to BI-RADS® categories, utilizing images manipulation tools on state-of-the-art displays. MATERIALS ANDMETHODS: A Delphi 7-based system stores data resulting from mammographic findings interpretation during the training, comparing them with a golden-standard data

  1. SIMULATION OF A NEONATAL MONITOR FOR MEDICAL TRAINING PURPOSES SIMULACIÓN DE UN MONITOR NEONATAL PARA ENTRENAMIENTO MÉDICO SIMULAÇÃO DE UM MONITOR NEONATAL PARA TREINAMENTO MÉDICO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jenny Cifuentes

    2011-12-01

    Full Text Available The design of a neonatal monitor for medical training purposes is hereby presented. In order to do that, the following main vital signs were modeled and simulated: ECG, pulse, blood pressure, CO2 level, among others. The signals were integrated to a graphic interface that generates different scenarios showing signals of patients with or without pathologies. Simulated signals were validated against real ones and, in general, the error is less than 5%; in addition, the neonatal monitor was assessed by 16 specialists; those doctors stated that simulated signals are of "excellent quality", "truthful" and that the interface is "user friendly".Se presenta el desarrollo de un monitor neonatal orientado al entrenamiento médico. Para esto se modelaron y simularon los principales signos vitales como son: señal ECG, señal de pulso, presión arterial, nivel de CO2, entre otros. Las señales fueron integradas en una interfaz gráfica, la cual permite generar diferentes escenarios de pacientes, no solo normales sino también con patologías. Las señales simuladas fueron validadas contra señales reales y, en general, el error es inferior al 5%. El monitor neonatal fue evaluado por 16 médicos especialistas quienes manifestaron que las señales simuladas son "de excelente calidad", "fidedignas" y que la interfaz es "amigable al usuario".Apresenta-se o desenvolvimento de um monitor neonatal orientado ao treinamento médico. Para isto se modelaram e simularam os principais signos vitais: sinal ECG, sinal de premo, pressão arterial, nível de CO2, entre outros. Os sinais foram integrados em uma interface gráfica, a qual permite gerar diferentes cenários de pacientes, não só normais senão também com patologias. Os sinais simulados foram validados contra sinais reais e, em geral, o erro é inferior a 5%. O monitor neonatal foi avaliado por 16 médicos especialistas que manifestaram que os sinais simulados são "de excelente qualidade", "fidedignos" e que

  2. Terapia comunitária - do sofrimento difuso para a construção de significados: um modelo de acolhimento, aplicação e treinamento no campo da saúde mental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Madureira Dallalana

    2016-12-01

    Full Text Available Este artigo é um relato de experiência sobre a aplicação e o treinamento da Terapia Comunitária Integrativa no ambulatório de saúde mental do Complexo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná /EBSERH. Foram realizados 300 encontros de Terapia Comunitária Integrativa criando contexto terapêutico para escutar o sofrimento do outro em cada encontro do grupo; compartilhar a experiência emocionada dessa percepção relatando a própria vivência significativa e a resolução escolhida para transformar o sofrimento vivido em aprendizagens compartilhadas; reforçar as competências: individual, familiar, comunitária e cultural; desenvolver processos intersubjetivos de prevenção em saúde mental. A terapia comunitária ativa a experiência de acolhimento do sofrimento; propõe e reforça a participação e valorização da rede social; promove reflexão pela liberdade e legitimidade de narrativa de todos os presentes no espaço da terapia; e convoca a todos para a construção singular e coletiva de inter-relações mais comprometidas com o cuidado da vida.

  3. A sonoridade vocal e a prática coral no Barroco: subsídios para a performance barroca nos dias atuais The vocal sonority and the choral practice in the Baroque period: guidelines for today's Baroque music performance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelo José Fernandes

    2008-12-01

    Full Text Available Este trabalho é uma pequena parte de uma ampla pesquisa sobre prática e sonoridade de diversos estilos de música coral. A partir de uma investigação bibliográfica, que inclui autores desde o período Barroco, temos como objetivos: a descrição da sonoridade vocal e coral ao longo do referido período; a abordagem dos tipos vocais da época; a análise de alguns procedimentos técnico-vocais; a descrição de características importantes da prática coral no período; e, por fim, uma apresentação de sugestões técnicas e estilísticas para a prática da música coral barroca na atualidade.This paper is a small part of a large research on practice and sonority of many choral music styles. Through bibliographical investigation of works written by authors from the Baroque period to the present, our goals are: the description of the vocal sonority throughout the Baroque period; the presentations of the vocal types in the Baroque; the analysis of some vocal techniques; the description of important aspects of the choral practice of the period; and finally, the presentation of some technical and stylistic suggestions for the practice of the Baroque choral music in the present.

  4. Treinamento de habilidades fonológicas e correspondência grafema-fonema em crianças de risco para dislexia Phonological skills and grapheme-phoneme training correspondence in children under dyslexia risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maryse Tomoko Matsuzawa Fukuda

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a eficácia do programa de treinamento fonológico e correspondência grafema-fonema em crianças de risco para dislexia da 1ª série. MÉTODOS: participaram deste estudo 30 crianças de 1ª série de ensino público, de ambos os gêneros, na faixa etária de 6 a 7 anos de idade. Neste estudo foi realizada a adaptação brasileira da pesquisa sobre treinamento de habilidades fonológicas e correspondência grafema-fonema composta de pré-testagem, intervenção e pós-testagem. Em situação de pré e pós-testagem, todas as crianças foram submetidas à aplicação do teste para identificação precoce dos problemas de leitura e aquelas que apresentaram desempenho inferior a 51% das provas do teste foram divididas em Grupo I (GI: composto por 15 crianças submetidas ao programa de treinamento; e em Grupo II (GII: composto por 15 crianças não submetidas ao programa de treinamento. RESULTADOS: os resultados desse estudo revelaram diferenças estatisticamente significantes, evidenciando que das 15 crianças submetidas ao programa, apenas uma não respondeu à intervenção proposta, sendo submetida, portanto, à avaliação interdisciplinar e confirmado o diagnóstico de dislexia. CONCLUSÃO: a realização do programa de treinamento das habilidades fonológicas e correspondência grafema-fonema foi eficaz para a identificação das crianças com sinais de dislexia, comprovado pela melhora das habilidades fonológicas e leitura em situação de pós-testagem em relação à pré-testagem, evidenciando que quando é fornecida a instrução formal do princípio alfabético associado ao principio de conversão letra-som da Língua Portuguesa, as crianças que não apresentam dislexia deixam de apresentar suas manifestações com resposta à instrução formal do princípio alfabético.PURPOSE: to check the efficacy of the phonological training and grapheme-phoneme correspondence program in first-grade children under dyslexia

  5. Animal model for training in sentinel lymph node biopsy of the stomach through combined methods Modelo animal para treinamento em pesquisa de linfonodo sentinela em estômago mediante métodos combinados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Roberto Alves

    2012-12-01

    Full Text Available PURPOSE: Create and validate a proposed animal model for training in sentinel lymph node biopsy of the stomach. METHODS: In thirty-two rabbits, through a laparotomy, they received a subserosal injection of 0.1 ml of phytate labeled with technetium-99m (0.2 mCi in the anterior wall of the gastric corpus, followed by 0.2 ml of Blue Patent V® 2.5%, through the same puncture site. Suspicious lymph nodes were searched in vivo at five, ten and 20 minutes, both visually (Blue Patent stained lymph nodes and with a manual gamma radiation detector (to detect suspected radioactive lymph nodes. After 20 minutes, was performed resection of these for further evaluation of radioactivity (ex vivo and histological study. RESULTS: Lymph nodes were identified in 30 rabbits (Average of 2.2 lymph nodes per animal. Of the 90 suspected lymph nodes that occurred in the study, 70 cases (77.8% were histologically confirmed for lymphoid tissue. Of these, the majority were located in the periesophageal region of the gastric fundus. The sample presented a mortality rate of 6.25% and nine complications related to the method, which interfered in the identification of the lymph nodes. CONCLUSION: The animal model for sentinel node biopsy in rabbit stomachs proved to be feasible, with low complexity and reproduced the difficulties encountered for gastric lymph node biopsy in humans, being adequate for surgical training.OBJETIVO: Criar e validar uma proposta de modelo animal para o treinamento em pesquisa de linfonodos sentinelas no estômago. MÉTODOS: Em trinta e dois coelhos, mediante laparotomia, foi injetado na subserosa da parede anterior do corpo gástrico, 0,1 ml de fitato marcado com tecnécio-99m (0,2 mCi, seguido pelo mesmo orifício, de 0,2 ml de Azul Patente V® 2,5%. A cavidade abdominal foi avaliada, in vivo, por meio de inspeção para pesquisa de suspeitas de linfonodos azuis e com detector manual de radiação gamma aos cinco, dez e 20 minutos para pesquisa de

  6. A fisiologia do canto erudito como guia para uma prática vocal informada

    OpenAIRE

    Ferreira, Joana Margarida Pereira

    2014-01-01

    Desde o século XVIII que foram vários os pedagogos que procuraram responder a questões inerentes ao funcionamento do aparelho vocal no canto lírico. O conhecimento inicialmente gerado, guardado sob a forma de compêndios ou métodos, embora notável atendendo aos recursos então disponíveis, carece essencialmente de fundamentação científica que possa justificar a função dos exercícios propostos. Carece igualmente de uma explicação pormenorizada sobre como estes exercícios devem ser executados e p...

  7. Modelo simulador para treinamento de punção transpedicular em vertebroplastia percutânea Manikin-type training simulator model for transpedicular puncture in percutaneous vertebroplasty

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nitamar Abdala

    2007-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Desenvolver e testar a similaridade de modelo de coluna lombar tipo manequim para treinamento de punção transpedicular em vertebroplastia percutânea. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram confeccionadas 30 vértebras lombares à base, principalmente, de metacrilato, gesso e etil-vinil-acetato, a partir de molde de borracha baseado em vértebra humana. Os discos intervertebrais foram feitos com silicone para que houvesse similaridade anatômica e fusão de cinco vértebras. O segmento da coluna foi acondicionado no interior de um manequim coberto por tela de etil-vinil-acetato para que não fosse possível a visualização direta. Foi realizado curso teórico para seis especializandos de radiologia e neurorradiologia, que testaram o modelo para vários parâmetros de similaridade com a realidade, realizando 30 punções transpediculares, em três sessões de dez procedimentos por dia, com intervalo de uma semana entre cada sessão. RESULTADOS: Cada aluno realizou 30 punções transpediculares, porém oito punções foram desconsideradas, pois se observaram problemas de manufatura dos modelos durante estes procedimentos. Após a realização das punções, todos os participantes preencheram o formulário de similaridade, com 100% de respostas positivas em relação à similaridade do modelo. CONCLUSÃO: Foi possível o desenvolvimento de modelo para punção transpedicular com similaridade satisfatória com o ser humano, configurando um instrumento de treinamento de vertebroplastia.OBJECTIVE: To develop and test a model of the human lumbar vertebra for training transpedicular puncture in percutaneous vertebroplasty. MATERIALS AND METHODS: Thirty lumbar vertebra models were constructed from methacrylate, plaster and ethyl-vinyl-acetate, using a rubber mold of human vertebrae. The intervertebral discs were made of silicone to provide anatomical similarity and fusion of five vertebrae. This model of spinal column segment was positioned within a

  8. Efeito do treinamento resistido na pressão arterial e capacidade funcional de idosas hipertensas

    OpenAIRE

    Cunha, Eline Silva da

    2010-01-01

    Os resultados dos estudos sobre a intensidade ideal do treinamento resistido para redução dos níveis pressóricos de repouso, assim como, desse tipo de treinamento sobre o aumento da capacidade funcional de idosas hipertensas ainda são obscuros, uma vez que as poucas investigações realizadas geralmente analisam indivíduos jovens normotensos, sendo a literatura carente de informação precisa em sujeitos idosos hipertensos. Objetivos: Verificar a repercussão de duas intensidades de treinamento re...

  9. Caracterização da carga de treinamento no voleibol de alto rendimento

    OpenAIRE

    Horta, Thiago Andrade Goulart

    2014-01-01

    A quantificação e a distribuição adequada das cargas de treinamento, somados a análise de marcadores de estresse e rendimento envolvidos no processo de treinamento, são fundamentais para que ocorram as adaptações psicofisiológicas específicas e o aumento de rendimento dos atletas. Dessa forma, o presente estudo teve os seguintes objetivos 1) analisar o comportamento das variáveis bioquímicas, psicológicas e de rendimento em quatro momentos do período preparatório de treinamento; 2) analisar o...

  10. What kind of training is required to help language students use metaphor-based strategies to work out the meaning of new vocabulary? Que tipo de treinamento é necessário para ajudar estudantes de idiomas a usar estratégias baseadas em metáforas para adivinhar o significado de vocabulário novo?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeannette Littlemore

    2004-12-01

    Full Text Available A study is described, which compared the benefits of two different training approaches in the use of metaphor-based vocabulary guessing strategies for foreign language learners. A group-based, step-by-step approach was compared with a more autonomous approach. The findings suggest that the type of training received affects the students' ability to use these strategies, but not their tendency to use them. The students who participated in the autonomous approach were significantly more successful at using metaphor-based vocabulary guessing strategies than the students who had received the group training. The difference was particularly marked in terms of their successful use of interactive images.É descrito um estudo que compara os benefícios de duas abordagens diferentes de treinamento no uso de estratégias de adivinhação de vocabulário baseadas em metáforas para estudantes de línguas estrangeiras. Uma abordagem passo-a-passo, de grupo, é comparada com outra, mais autônoma. Os resultados sugerem que o tipo de treinamento recebido afeta a capacidade dos alunos usarem essas estratégias, mas não sua tendência em usá-las. Alunos que participaram da abordagem autônoma foram significativamente melhor sucedidos no uso de estratégias de adivinhação de vocabulário baseadas em metáforas do que os alunos que receberam treinamento em grupo. A diferença foi particularmente acentuada em relação a seu sucesso no uso de imagens interativas.

  11. Prevalência de fatores de risco para doenças crônicas não-transmissíveis: impacto de 16 semanas de treinamento futebolístico em índices do estado nutricional e da aptidão física de praticantes de futebol society

    OpenAIRE

    Pontes, Luciano Meireles de; Sousa, Maria do Socorro Cirilo de; Lima, Roberto Teixeira de; Campos, Roberto Dimas; Gomes, Enéas Ricardo de Moraes; Santos, Geraldo Luís dos; Nascimento, João Agnaldo do

    2006-01-01

    O objetivo do estudo foi identificar a prevalência de fatores de risco (FR) para doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT) em praticantes de futebol society e o impacto de 16 semanas de treinamento futebolístico em índices do estado nutricional e da aptidão física. MÉTODOS: Amostra: 45 indivíduos (38,6 ± 7,4 anos), divididos em dois grupos: Experimental (G1 = 22) e Controle (G2 = 23). O G1 submeteu-se a um programa de treinamento de três sessões semanais em dias alternados com duração de 90 ...

  12. Avaliação dos efeitos de uma modalidade de treinamento de habilidades sociais para crianças Evaluation of the effects of the social skills training method to children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Sabino Gonçalves

    2008-01-01

    Full Text Available Este artigo descreve os efeitos de uma intervenção em habilidades sociais sobre comportamentos pró-sociais, autoconceito e aceitação pelos pares, em três crianças: P.1, comportamento agressivo e dificuldade de aprendizagem, gênero feminino, 9 anos; P.2, agressividade, gênero masculino, 7 anos; P.3, timidez excessiva, dificuldade de aprendizagem, gênero masculino, 13 anos. O programa foi baseado em técnicas cognitivo-comportamentais e foi feito em grupo, em 20 sessões. A avaliação de resultados, feita a partir do relato das crianças, de seus pais e pares, evidenciou um aumento em comportamentos pró-sociais e mudanças positivas no autoconceito e no julgamento dos pares. Recomenda-se que programas futuros voltados para crianças com dificuldades de aprendizagem estendam o treinamento em habilidades sociais para o contexto escolar.This article describes the effects of a social skills training on prosocial behavior, self concept, and peers acceptance, in three children: P.1, female, 9 years old, aggressive behavior and difficulty of learning; P.2, male, 7 years old, aggressive behavior; P.3, male, 13 years old, extremely shy, difficulty in learning, The program was cognitive behavioral based and was conducted in group, in 20 sessions. The evaluation of the results done through children, peers and parents' reports showed an increase in prosocial behavior and positive changes in self concept and peers judgment. Future programs to children with learning difficulties should expand the social skills training to the school environment.

  13. Treinamento de clínicos para o diagnóstico e tratamento da depressão An educational training program for physicians for diagnosis and treatment of depression

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Willians Valentini

    2004-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os resultados da aplicação de programa de treinamento da Organização Mundial de Saúde, voltado para diagnóstico e tratamento da depressão, dirigido a médicos clínicos gerais. MÉTODOS: Dezessete clínicos e 1.224 pacientes da cidade de Campinas, SP, participaram do estudo. Um mês antes e um após o treinamento, foram avaliados o conhecimento dos médicos, suas atitudes e o atendimento prestado aos pacientes; esses, por sua vez, completaram escalas de auto-avaliação de sintomas depressivos: Zung e um "checklist" para depressão maior do manual para diagnóstico e estatística em saúde mental (DSM-IV/CID-10. A mudança de conhecimento e atitude dos clínicos entre as fases 1 e 2 foi avaliada pelos testes t de Student. Mudanças com relação ao conhecimento de cada indivíduo foram mensuradas pelo teste de qui-quadrado de McNemar. As diferenças entre o modo de atender os pacientes entre as duas fases foram determinadas pelo teste de qui-quadrado de Pearson. A concordância diagnóstica foi analisada utilizando o Kappa, com o intuito de corrigir a concordância ao acaso. RESULTADOS: O programa mostrou benefícios limitados nessa amostra de clínicos gerais. Não foi capaz de mostrar aumento do conhecimento sobre a depressão e nem quanto à atitude dos médicos com relação a esse transtorno. Não houve modificação no número de casos diagnosticados antes ou após o programa. Existiram algumas evidências com relação à melhora no manejo psicofarmacológico. Aparentemente, o programa tornou os clínicos mais confiantes para o tratamento da depressão, diminuindo o número de encaminhamentos feitos aos profissionais da área de saúde mental. Porém, um baixo poder estatístico não permitiu que os dois últimos achados atingissem significância. CONCLUSÕES: A inclusão de clínicos gerais é um componente central de qualquer iniciativa para melhorar a detecção e o tratamento da depressão, porém faz

  14. Treinamento resistido na Educação Física Escolar: uma proposta de ensino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Cruz Lima

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: buscar na literatura, estudos e evidencias científicas que comprovassem ou refutassem a efetividade do Treinamento Resistido na educação Física Escolar, para o desenvolvimento da força muscular dos adolescentes. Esclarecer os mitos e verdades, mostrar a importância do treinamento resistido frente à Educação Física Escolar e apresentar uma proposta de ensino, oferecendo ao professor de Educação Física reais possibilidades de ministrar esse conteúdo em suas aulas. Método: pesquisa de caráter qualitativo, do tipo bibliográfico e utilizado o método comparativo entre os estudos buscados nas bases de dados Portal de Periódicos CAPES, Scielo, Portal de Pesquisa da Bvs, Google Acadêmico, e MedLine. Os buscadores da pesquisa foram: treinamento, treinamento de força, treinamento resistido, treinamento com pesos, adolescente, criança, educação física, saúde, maturação sexual e força muscular. Resultados: foram encontrados 20 artigos que foram revisados para o presente estudo. Considerações finais: o treinamento resistido em crianças e adolescentes é benéfico, quando aplicados corretamente, respeitando a individualidade biológica e a maturação do discente. Os malefícios provenientes da aplicação do treinamento de força surgem do exagero do treinamento levado a níveis profissionais e intensos nos jovens discentes e da má alimentação combinada à ingestão de anabólicos. O profissional de Educação Física deve estar atento ao nível de desenvolvimento dos jovens antes de prescrever o treinamento de força. Esta revisão pode auxiliar profissionais da Educação Física a implantar treinamentos de força em crianças e adolescentes visto que traz inúmeros benefícios à saúde, além do ganho da força muscular.

  15. No contexto da travessia para o ambiente de trabalho: treinamento de habilidades sociais com universitários On the crossing for the work context: social skills training with undergraduate students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almir Del Prette

    2003-12-01

    Full Text Available Com base nos atuais desafios inerentes à inserção no mercado de trabalho e a crescente valorização da competência para as relações interpessoais nesse contexto, descreve-se um programa de treinamento de habilidades sociais conduzido em um grupo formado por dez universitários em fase final de graduação na área de ciências exatas. O programa, com delineamento A-B-A, teve uma duração de trinta e seis horas, em duas sessões semanais de aproximadamente duas horas cada e foi planejado em módulos teórico e prático, que ocorriam em uma mesma sessão. A avaliação da intervenção foi realizada por meio da aplicação de um inventário tipo auto-relato (IHS-Del-Prette antes e depois da intervenção e da avaliação por pares ao final do programa. Os resultados indicaram diferenças significativas (teste de Wilcoxon entre os escores pré e pós-intervenção para a maioria dos participantes e avaliações positivas dos colegas com relação a tais mudanças.Considering the current challenges concerning the insertion in the work context and the growing valorization of the interpersonal competence by employers, this paper describes a group program of social skills training with ten undergraduates attending the final stages of their courses, all in the area of exact sciences. The program, with A-B-A design, lasted thirty-six hours, with two weekly sessions of about two hours each. The whole program was planned in theoretical and practical modules, both occurring in a single session. The program was evaluated with the application of a self-report inventory (HIS-Del-Prette before and after the intervention and with a peer evaluation at the final session. The results indicated significant differences (Wilcoxon test between the first and final intervention scores for most of the participants with peer positive evaluations about these changes.

  16. Treinamento físico para indivíduos HIV positivo submetidos à HAART: efeitos sobre parâmetros antropométricos e funcionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edmar Lacerda Mendes

    2013-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A terapia antirretroviral fortemente ativa (HAART tem melhorado a prognose em indivíduos infectados pelo HIV. No entanto, a HAART tem sido associada ao desenvolvimento de anormalidades metabólicas e na distribuição de gordura corporal conhecida como síndrome lipodistrófica associada ao HIV (SLHIV. OBJETIVO: Este estudo investigou o impacto de 24 semanas de exercício resistido com componente aeróbico (ERCA sobre parâmetros antropométricos e funcionais de portadores de HIV submetidos à HAART. MÉTODOS: Noventa e nove indivíduos infectados pelo HIV foram randomicamente alocados em quatro grupos: exercício e lipodistrofia (n = 24; EX+LIP; exercício sem lipodistrofia (n = 21; EX+NoLIP; controle e lipodistrofia (n = 27; NoEX+LIP; controle sem lipodistrofia (n = 27; NoEX+NoLIP. Os indivíduos dos grupos exercitados (EX+LIP e EX+NoLIP participaram de 24 semanas de ERCA. Nos momentos pré e pós 24 semanas de intervenção foram realizadas medidas antropométricas, testes de força e aptidão cardiorrespiratória. RESULTADOS: Vinte e quatro semanas de ERCA alteraram os perímetros corporais avaliados (P < 0,0001 e a relação cintura/quadril (P = 0,017 nos dois grupos exercitados. Reduções foram observadas (P < 0,0001 para o somatório das sete dobras cutâneas avaliadas, percentual de gordura corporal, massa corporal gorda, gordura subcutânea total, central e periférica em resposta ao ERCA. A massa corporal magra aumentou (P < 0,0001 nos grupos exercitados, independente do desfecho (LIP ou NoLIP. A força muscular e a aptidão cardiorrespiratória aumentaram (P < 0,0001, para os dois grupos exercitados em resposta ao ERCA. CONCLUSÃO: Vinte e quatro semanas de ERCA impediram a manifestação das alterações decorrentes da SLHIV e contribuíram para a redução destas.

  17. Efeito do treinamento combinado e aeróbio no controle glicêmico no diabetes tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Renato Pereira Moro

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O diabetes tipo 2 é um grupo heterogêneo de doença metabólica causada por uma disfunção na secreção da insulina e/ou ação desta. OBJETIVOS: Comparar o efeito de duas modalidades de treinamento, o combinado (aeróbio e resistido e o aeróbio, no controle glicêmico no diabetes tipo 2. MATERIAIS E MÉTODOS: A pesquisa caracteriza-se por ser um estudo quase-experimental. Após aprovação do CEP, com registro 09.071.4.08. III, deu-se início ao programa de treinamento combinado e aeróbio. Foram selecionados 24 participantes, de ambos os gêneros, sedentários, com média de idade de 60,41 ± 7,87. Os participantes foram divididos aleatoriamente em dois grupos: treinamento combinado (n = 12 e treinamento aeróbio (n = 12; ambos foram avaliados no início e final do estudo. A concentração sérica de glicose foi determinada pelo sistema Vitros e a hemoglobina glicosilada foi determinada pelo método Cromatografia Líquida de Alta Performance. O treinamento foi realizado três vezes por semana, com duração total de 20 semanas. Os dados são expressos em média e desvio-padrão. Foi aplicado o teste t pareado (p < 0,05 para comparar a média basal e após 20 semanas de treinamento. RESULTADOS: A média da glicose em jejum do treinamento combinado reduziu significativamente, de 167,41 ± 38,13 para 119,83 ± 20,91, sendo que o mesmo ocorreu com o treinamento aeróbio de 189,83 ± 63,57 para 139,91 ± 34,04. Os valores da hemoglobina glicosilada no treinamento combinado e treinamento aeróbio reduziram significativamente, de 8,61 ± 1,17 para 7,25 ± 1,24 e de 9,52 ± 2,46 para 8,37 ± 1,50, respectivamente. CONCLUSÃO: O treinamento combinado foi mais eficaz em relação à hemoglobina glicosilada e o treinamento aeróbio, na glicose plasmática.

  18. Estructura y función en pedagogía vocal contemporánea : Tensiones y debates actuales para la conformación del campo

    OpenAIRE

    Alessandroni, Nicolás

    2014-01-01

    La Pedagogía de la voz cantada entendida como la disciplina que se ocupa de establecer metodologías adecuadas para la enseñanza del canto basándose en diferentes supuestos teóricos básicos ha formado parte, en los últimos 25 años, de intensos debates referidos a la formación de los cantantes. Si bien todos los pedagogos contemporáneos acuerdan en la necesidad de desarrollar un paradigma educativo diferente al de la Pedagogía Vocal Tradicional, no todos ellos acuerdan respecto de cuál es la fo...

  19. Sistema de actividades a estudiantes en formación para potenciar la educación vocal y la dramatización en la edad preescolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Idelvis Rizo Savón

    2017-11-01

    Full Text Available El presente artículo ofrece actividades a las estudiantes en formación inicial de la carrera Educación Preescolar para potenciar la Educación vocal y la dramatización con niños de edad preescolar, que propicie el desarrollo de actividades prácticas tales como: dramatizaciones, escenificaciones, montaje de canciones infantiles, juegos musicales en cumpleaños colectivos, festejos, conmemoraciones y otros, en las microuniversidades y la comunidad.

  20. TREINAMENTO FÍSICO-LESÕES E PREVENÇÃO: UM ESTUDO COMPARATIVO DA ROTINA DE JUDOCAS E BAILARINOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa de Oliveira

    2017-05-01

    Full Text Available Este artigo destaca a importância das atividades físicas preventivas, com acompanhamento de fisioterapeuta, para evitar lesões causadas por sequências de treinamento físico intensivo. A partir de estudo de caso, de caráter qualitativo e comparativo, com judocas e bailarinos que treinam na cidade de São José dos Campos, conclui-se que o treinamento dado aos atletas do judô prioriza menos a prevenção do que o treinamento que é proporcionado às bailarinas e bailarinos.

  1. Relações metabólicas em ratos sob o treinamento anaeróbio em escada

    OpenAIRE

    Rodrigues, Marcella Damas; Borin, Sergio Henrique; Silva, Carlos Alberto da

    2017-01-01

    Resumo A proposta deste estudo foi avaliar o comportamento das reservas glicogênicas de músculos do membro anterior e posterior, além de ajustes metabólicos em ratos envelhecidos submetidos a treinamento anaeróbio. Foram usados ratos Wistar com 18 meses divididos em dois grupos experimentais (n = 10), controle (C) e treinamento anaeróbio (Tana). Após o treinamento, os ratos foram anestesiados e amostras de sangue e músculos coletadas e enviadas para avaliação bioquímica. Os dados mostram maio...

  2. A Escala de Humor de Brunel (Brums: instrumento para detecção precoce da síndrome do excesso de treinamento Brunel Mood Scale (BRUMS: an instrument for early detection of overtraining syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izabel Cristina Provenza de Miranda Rohlfs

    2008-06-01

    Full Text Available A síndrome do excesso de treinamento tem uma grande relevância no âmbito esportivo, principalmente no que se refere a atletas de elite que buscam superar seus limites e àqueles que se submetem à prática de atividade física sem orientação especializada. O uso periódico do instrumento POMS, Perfil dos Estados de Humor, tem demonstrado eficácia na detecção de sinais iniciais da síndrome, prevenindo seu desenvolvimento completo. Em 2003, uma de suas versões abreviadas, passou a se denominar BRUMS, Escala de Humor de Brunel. O objetivo desse trabalho é apresentar a escala traduzida para a língua portuguesa juntamente com os dados obtidos em atletas brasileiros, referentes à primeira etapa do seu processo de validação no Brasil. O instrumento foi submetido ao método tradução-tradução reversa. A amostra foi composta por 34 atletas de futebol profissional, do gênero masculino, adolescentes e adultos. A aplicação do instrumento foi efetuada antes e depois de um treino com cargas moderadas e antes e depois de um jogo com cargas de alta intensidade. Para verificar a sensibilidade do BRUMS nas duas situações, foi realizado um teste t de student, entre pré e pós de cada variável, e aplicado uma correlação linear de Pearson, para verificar a relação entre os estados de humor. Os resultados indicaram que a raiva e a confusão mental reduziram significativamente (pThe overtraining syndrome has a great relevance in the sportive scope, mainly as for elite athletes who search to transcend their limits and for those who submit to physical activity practice without specialized orientation. The periodic use of the POMS instrument, Profile of Mood States, has demonstrated effectiveness in the detection of the syndrome’s initial signals, preventing its complete development. In 2003, one of its shortened versions, started to be called BRUMS, Brunel Mood Scale. The objective of this work is to present the scale translated into

  3. Seleção e treinamento de julgadores para avaliação do gosto amargo em queijo prato Selection and screening of a descritive panel for evaluation of bitter taste in brazilian prato cheese

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta M. M. Augusto

    2005-12-01

    Full Text Available O gosto amargo, considerado um defeito no queijo prato, foi sensorialmente avaliado por uma equipe de 6 julgadores selecionados e treinados. Um procedimento para a preparação de amostras e determinação da intensidade do gosto amargo em queijos foi proposto e implementado. Cubos de 1,25 cm de queijo prato foram imersos em soluções de cafeína de 0 a 0,28% (p/v por um período de 12 horas a 5°C, e submetidos à secagem por 24 horas à mesma temperatura. A seleção dos julgadores foi realizada através de teste triangular e análise seqüencial de Wald. No treinamento dos provadores usou-se uma escala não estruturada de 9 cm e teste de Ordenação. Os dados foram avaliados a partir do teste de Friedman, análise de variância e teste de Tukey a nível de 5% de probabilidade. O gosto amargo foi detectado em diferentes amostras, sendo que a de maior intensidade obteve 5,89±1,86, o que corresponde à sensação produzida pela imersão das amostras de queijo em solução de cafeína superior a 0,07% (p/v. Os resultados indicam que o procedimento de imersão das amostras de queijo em soluções de cafeína foi adequado para detectar o gosto amargo em queijo prato.The bitter taste defect in Brazilian prato cheese was evaluated by sensorial tests, using a panel of 6 selected and trained panelists. A procedure for the sample preparation was proposed and a determination of bitter taste intensity in cheese was performed. Cheese samples with thickness of 1.25 cm were immersed in caffeine solutions, at a range of 0 to 0,28% (p/v for 12 hours at 5ºC, and dried for 24 hours at the same temperature. The judges' selection was achieved by triangular test and Wald sequential analysis. Ranking tests and 9 cm non structured scale was used for judges' training and the results were evaluated by Friedman test, analysis of variance, and test averages according to Tukey at a level of 5% probability. The bitter taste was detected in different samples, and the

  4. Treinamento e desenvolvimento : reflexões sobre suas pesquisas científicas

    OpenAIRE

    Borges-Andrade, Jairo Eduardo; Abbad, Gardênia da Silva

    1996-01-01

    Aborda a necessidade de introduzir novas tecnologias no ambiente de trabalho para desenvolver e qualificar a mão-de-obra disponível. Informa, também, sobre as relações de trabalho entre empregados e empregadores e o crescimento da área de Treinamento e Desenvolvimento (T&O).

  5. Efeitos de 20 semanas de treinamento combinado na capacidade funcional de idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Andrade Quintão Coelho Rocha

    Full Text Available Resumo O estudo baseou-se em avaliar os efeitos de 20 semanas de treinamento combinado na capacidade funcional de idosas; 66 foram divididas por randomização em dois grupos, um grupo treinamento combinado (GTC, n = 33, com 69,12 ± 7 anos e outro grupo controle (GC, n = 33, com 69,21 ± 6,60 anos. O período de intervenção da pesquisa ocorreu durante 20 semanas. A avaliação da CF foi feita pela Escala de Atividade da Vida Diária (AVD proposta por Katz, associada à Escala das Atividades Instrumentais da Vida Diária (AIVD proposta por Lawton. Para o treinamento de força muscular, usou-se carga máxima entre 70-85% de 1RM e no treinamento de resistência cardiovascular optou-se pelo uso de 70-89% da FC de reserva. Os resultados apresentam melhorais estatisticamente significativas na escala de CF de Lawton (Δ% = 21,04%, p = 0,007 e na escala de CF de Katz, (Δ% = 7,31%, p < 0,001 comparados com os do GC. Os resultados possibilitam concluir que a prática do treinamento combinado melhorou a CF de idosas.

  6. COMPARAÇÃO DO EFEITO DO TREINAMENTO PROPRIOCEPTIVO NO TORNOZELO DE NÃO ATLETAS E JOGADORES DE VOLEIBOL

    OpenAIRE

    Cristofoli, Emanuele Lazzari; Peres, Mariana Michalski; Cecchini, Lisiane; Pacheco, Ivan; Pacheco, Adriana Moré

    2016-01-01

    RESUMO Introdução: O tornozelo é a articulação que sofre mais lesões tanto na vida diária quanto na prática de esportes, especialmente em praticantes de voleibol, que exige movimentos bruscos. Um menor risco de lesão está ligado à estabilidade articular do tornozelo, que pode ser adquirida através de treinamentos proprioceptivos, utilizados para reabilitação e para prevenção de lesões. Objetivo: Avaliar o efeito de um treinamento proprioceptivo para tornozelo por meio do Star Excursion Bala...

  7. Impacto vocal de professores Teachers' vocal impact

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Ricarte

    2011-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar o impacto vocal nas atividades diárias em professores do ensino médio. Correlacionar os achado da auto-percepção do problema vocal com os aspectos: efeitos no trabalho, na comunicação diária, na comunicação social e na sua emoção. MÉTODOS: a amostra foi constituída por 107 professores, sendo 86 com queixa e 21 sem queixa, selecionados em escolas da rede particular de ensino de Maceió-AL. Cada professor respondeu individualmente o protocolo Perfil Participação em Atividades Vocais na presença da pesquisadora, assinalando suas respostas em uma escala visual que varia de 0 a 10. O protocolo é composto por 28 questões com a presença integrada em cinco aspectos englobados para avaliar a qualidade de vida e o resultado de tratamentos vocais. O protocolo oferece, ainda, dois escores adicionais: pontuação de limitação nas atividades (PLA e de restrição de participação (PRP. RESULTADOS: na comparação dos grupos com e sem queixa vocal foram verificados que todos os resultados foram estatisticamente significantes (pPURPOSE: to analyze the vocal impact in the daily activities on high-school teachers. Correlate the finding of the auto-perception on the vocal problem with the following aspects: effects in the work, daily communication, social communication and, its emotion METHODS: the sample consisted of 107 teachers, 86 with and 21 with no complaint, selected from private teaching schools in Maceió-AL. Each teacher answered individually the Protocol for Voice Activity Participation Profile in the presence of the researcher, noting their responses on a visual scale ranging from 0 to 10. The protocol is composed of 28 questions with the presence integrated in five aspects to evaluate the quality of life and the result of vocal treatments. The protocol offers, still, two additional scores: punctuation of limitation in the activities (PLA and restriction of participation (PRP. RESULTS: comparing the groups with

  8. Efeitos de longo prazo do treinamento resistido na pressão arterial: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Eduardo Carnaval Pereira da Rocha

    2017-12-01

    Full Text Available Estudos têm verificado os efeitos benéficos do exercício aeróbico na modificação da pressão arterial (PA, entretanto poucos estudos avaliaram os efeitos a longo prazo do treinamento resistido na variação desse desfecho. Assim, o objetivo do estudo foi verificar por meio de uma revisão sistemática a ação de longo prazo do treinamento resistido na PA. Realizaram-se buscas nas bases Medline via Pubmed, Science Direct, Scopus, Web Science e Lilacs. Foram encontrados 751 artigos dos quais 22 fizeram parte da análise. A análise seguiu o checklist PRISMA (Statement for Reporting Systematic Reviews and Meta-Analyses of Studies e foi dividida em função da utilização de dois modelos para a aplicação do treinamento resistido: treinamento resistido tradicional (TRT, somente exercícios resistidos, e treinamento resistido combinado (TRC, exercícios resistidos mais exercícios aeróbicos. As maiores reduções na PA ocorreram quando da realização do treinamento resistido combinado em relação ao treinamento resistido tradicional. Entretanto, são necessários mais estudos para melhor explicitar as variáveis do treinamento resistido (número de exercícios, repetições, número de séries, intervalos, velocidade de execução e intensidade de carga, para que se possa identificar o melhor modelo de treinamento e aprimorar a qualidade metodológica dos experimentos na tentativa de diminuir os riscos de viés.

  9. Benefícios do treinamento de força em crianças e adolescentes em idade escolar : uma revisão de literatura

    OpenAIRE

    Guimarães, Juliano da Silva

    2012-01-01

    O objetivo desta revisão literária foi de observar os benefícios que o treinamento de força pode trazer a crianças e adolescentes. Levando em conta as diversas variáveis do treinamento, bem como o nível maturacional de tais crianças e adolescentes. Comparando os aspectos fisiológicos do exercício em crianças e adolescentes com os ocorridos em adultos, e como é sugerido o treinamento de força para tal faixa etária.

  10. Exercício aeróbico, treinamento de força muscular e testes de aptidão física para adolescentes com fibrose cística: revisão da literatura Exercise testing, aerobic and strength training for adolescents with cystic fibrosis: a literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celia Regina Moutinho de Miranda Chaves

    2007-09-01

    Full Text Available São reconhecidos os benefícios da prática do exercício físico regular para pacientes com fibrose cística. Entretanto, poucos estudos envolvem pacientes adolescentes. O objetivo deste artigo foi revisar os efeitos da prática regular de exercícios aeróbicos e de força e resistência muscular para adolescentes com fibrose cística. Os principais testes de aptidão física para esta faixa etária e a importância deles para melhora do prognóstico e tratamento da doença também foram avaliados. As informações foram coletadas a partir de livro-texto e artigos publicados na literatura nacional e estrangeira nas seguintes bases de dados: LILACS, MEDLINE/PubMed, Biblioteca Cochrane e SciELO, abrangendo o período de 1994 a 2004. Foram utilizados os termos "exercise" e "cystic fibrosis" para seleção dos artigos. Esta pesquisa demonstrou que a prática de exercício aeróbico e treinamento de força muscular melhoram a desobstrução da árvore brônquica, diminuem a queda progressiva da função pulmonar, aumentam a massa muscular e a resistência ao exercício, promovem o desenvolvimento ósseo e melhoram a auto-estima e a qualidade de vida. Os melhores resultados foram obtidos com os programas de treinamento assistido, devido a sua maior regularidade.The benefits of regular physical exercises for cystic fibrosis patients are well known. Nevertheless, few studies involve adolescent patients. The objective of this article was to review the effects of regular practice of aerobic exercises, strength exercises and muscular exercises in adolescents with cystic fibrosis. The main physical fitness tests for this age bracket and their value in improving prognosis and treatment were assessed as well. Information was collected from text books and articles published in the national and foreign literature in the following databases: LILACS, MEDLINE/PubMed, Cochrane Library and SciELO, comprising the period of 1994 to 2004. The terms "exercise" and

  11. Cirurgia para diminuir a freqüência fundamental da voz - tireoplastia tipo III de Isshiki Surgery to lower vocal pitch - Isshiki type III thyroplasty

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Domingos H. Tsuji

    Full Text Available A voz aguda em excesso pode constituir verdadeiro problema social e profissional, principalmente quando peculiar a indivíduos do sexo masculino. Suas causas, em geral, são orgânicas e/ou funcionais. A causa funcional mais freqüentemente encontrada é o distúrbio conhecido como falsete mutacional, cuja terapia de primeira escolha é a vocal. Entretanto, quando seus resultados não são satisfatórios, o tratamento cirúrgico é uma opção muito conveniente e eficaz. Apresentamos dois casos de pacientes do sexo masculino, de 34 e 35 anos de idade, com voz demasiadamente aguda, resistentes à fonoterapia, que foram tratados com sucesso pela tireoplastia tipo III de Isshiki. A técnica cirúrgica, assim como a história clínica e os achados vocais pré e pós-operatórios são apresentados com detalhes neste trabalho. Expomos e discutimos, também, dados pertinentes ao tema encontrados na literatura. Concluímos que a tireoplastia tipo III de Isshiki é um procedimento eficaz, simples e com baixo índice de complicações, que pode ser utilizado para reduzir o pitch vocal em casos selecionados. Este estudo demonstrou dados que podem subsidiar educadores da área médica quando da reformulação do currículo de ORL para o curso de graduação em medicina.High-pitched voice may cause social and professional embarrassment, particularly if it occurs in men. This disorder may be organic and/or functional. Mutational falsetto (puberphonia is the most common functional cause and is primarily treated with phonotherapy. However, when results of this therapy are limited, surgery may turn to be a convenient and effective alternative to treat these patients. In this study, we present 2 male patients (34 and 35 years old with high-pitched voices, who failed phonotherapy and who were successfully treated with Isshiki type III thyroplasty. Medical history of the patients, surgical techniques, pre and post-operative laringostroboscopies and outcomes are

  12. Efeitos do treinamento proprioceptivo na estabilidade do tornozelo em atletas de voleibol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Michalski Peres

    2014-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Nos esportes onde há contato entre os atletas, como no voleibol, a entorse por mecanismo de inversão é a lesão mais frequente e o tornozelo é a articulação mais acometida quando comparada com as outras, acarretando déficits importantes como a instabilidade articular. Programas de treinamento proprioceptivo têm sido amplamente utilizados para minimizar essas questões. OBJETIVO: Avaliar o efeito de um treinamento proprioceptivo na estabilidade articular do tornozelo por meio do teste Star Excusion Balance Test (SEBT em atletas de voleibol. MÉTODOS: Foram avaliadas 11 atletas de voleibol de um clube poliesportivo da cidade de Porto Alegre, RS, Brasil, por meio de um teste de avaliação para estabilidade articular do tornozelo, SEBT. As atletas passaram por um programa de treinamento proprioceptivo composto por seis exercícios que trabalharam propriocepção em diferentes graus de exigência durante quatro semanas e este teste foi aplicado no pré e pós-intervenção pelo programa de treinamento proprioceptivo das atletas. RESULTADOS: As variáveis quantitativas foram descritas por média e desvio padrão, e o estudo da normalidade das variáveis foi descrito pelo teste de Shapiro-Wilk. As variáveis categóricas foram descritas por frequências absolutas e relativas. Para a comparação de médias de ambos os tornozelos pré e pós-intervenção foi utilizado o teste T pareado. O nível de significância adotado foi de 5% (p≤0,05 e as análises foram realizadas no programa SPSS (Statistical Package for the Social Sciences versão 18. Os resultados no teste SEBT das atletas pré e pós-intervenção proprioceptivo mostrou diferença significativa em seis direções para o tornozelo direito e cinco para o tornozelo esquerdo. CONCLUSÃO: Um programa de treinamento proprioceptivo parece ser eficaz para o incremento da estabilidade articular que é fundamental para atletas de voleibol expostas ao risco de entorses de

  13. A eficácia do treinamento auditivo formal em adultos com distúrbio do processamento auditivo (central

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carolina Almendra Cruz

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar o desempenho de adultos com distúrbio do processamento auditivo em testes comportamentais pré e pós-treinamento auditivo formal, visando verificar a eficácia desse treinamento. MÉTODOS: trata-se de um estudo retrospectivo quantitativo com 18 indivíduos com distúrbio do processamento auditivo comprovado pela avaliação comportamental, idade entre 16 e 38 anos. Todos os indivíduos foram submetidos a um programa de treinamento auditivo formal realizado em oito sessões de 45 minutos cada, duas vezes por semana, cujas sessões foram organizadas em ordem crescente de complexidade visando o treinamento das habilidades auditivas de fechamento auditivo, figura-fundo para frases, palavras, sílabas e sons não verbais e de processamento temporal dos sons (análise da intensidade, duração e frequência dos sons. Foram comparados os resultados dos testes SSW em Português, SSI (MCI e Reconhecimento de Padrão de Duração e de Frequência obtidos no pré e pós - treinamento auditivo, envolvendo as variáveis: orelha e sexo. RESULTADOS: não foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre as orelhas. Tanto homens quanto mulheres quando analisados separadamente demonstraram resultados melhores no pós-treinamento. Estas diferenças foram estatisticamente significantes nos testes de padrão de duração e frequência, para homens e mulheres. No SSW melhora no sexo masculino e no SSI R/S -15 no sexo feminino, respectivamente. Além disso, todos os indivíduos relataram melhor desempenho comunicativo e de atenção no pós-treinamento. CONCLUSÃO: o treinamento auditivo formal melhora as habilidades auditivas de figura - fundo para sons verbais e de processamento temporal medidas por testes comportamentais em adultos diagnosticados com distúrbio de processamento auditivo.

  14. Vocal Imitations of Non-Vocal Sounds

    Science.gov (United States)

    Houix, Olivier; Voisin, Frédéric; Misdariis, Nicolas; Susini, Patrick

    2016-01-01

    Imitative behaviors are widespread in humans, in particular whenever two persons communicate and interact. Several tokens of spoken languages (onomatopoeias, ideophones, and phonesthemes) also display different degrees of iconicity between the sound of a word and what it refers to. Thus, it probably comes at no surprise that human speakers use a lot of imitative vocalizations and gestures when they communicate about sounds, as sounds are notably difficult to describe. What is more surprising is that vocal imitations of non-vocal everyday sounds (e.g. the sound of a car passing by) are in practice very effective: listeners identify sounds better with vocal imitations than with verbal descriptions, despite the fact that vocal imitations are inaccurate reproductions of a sound created by a particular mechanical system (e.g. a car driving by) through a different system (the voice apparatus). The present study investigated the semantic representations evoked by vocal imitations of sounds by experimentally quantifying how well listeners could match sounds to category labels. The experiment used three different types of sounds: recordings of easily identifiable sounds (sounds of human actions and manufactured products), human vocal imitations, and computational “auditory sketches” (created by algorithmic computations). The results show that performance with the best vocal imitations was similar to the best auditory sketches for most categories of sounds, and even to the referent sounds themselves in some cases. More detailed analyses showed that the acoustic distance between a vocal imitation and a referent sound is not sufficient to account for such performance. Analyses suggested that instead of trying to reproduce the referent sound as accurately as vocally possible, vocal imitations focus on a few important features, which depend on each particular sound category. These results offer perspectives for understanding how human listeners store and access long

  15. Vocal cord dysfunction.

    Science.gov (United States)

    Deckert, James; Deckert, Linda

    2010-01-15

    Vocal cord dysfunction involves inappropriate vocal cord motion that produces partial airway obstruction. Patients may present with respiratory distress that is often mistakenly diagnosed as asthma. Exercise, psychological conditions, airborne irritants, rhinosinusitis, gastroesophageal reflux disease, or use of certain medications may trigger vocal cord dysfunction. The differential diagnosis includes asthma, angioedema, vocal cord tumors, and vocal cord paralysis. Pulmonary function testing with a flow-volume loop and flexible laryngoscopy are valuable diagnostic tests for confirming vocal cord dysfunction. Treatment of acute episodes includes reassurance, breathing instruction, and use of a helium and oxygen mixture (heliox). Long-term management strategies include treatment for symptom triggers and speech therapy.

  16. Monitoramento da carga interna de treinamento em jogadores de futsal ao longo de uma temporada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Miloski

    2012-10-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2012v14n6p671 Existe a necessidade de estudos sobre métodos para controle da carga e descri­ção da periodização em equipes de futsal. O objetivo do estudo foi descrever e analisar a carga interna de treinamento em um macrociclo de futsal utilizando-se o método de Percepção Subjetiva do Esforço da sessão. A amostra foi composta por 13 atletas de Liga Nacional. Calculou-se carga de treinamento semanal total (CTST, monotonia e strain durante 37 semanas. Utilizando Teste t de Student pareado, o período de preparação (PP apresentou CTST, strain e monotonia maiores que o competitivo (PC. Utilizando ANOVA de medi­das repetidas, seguida pelo post-hoc de Bonferroni, observaram-se diferenças significativas para CTST entre mesociclos: 1 > 2, 4, 5, 6, 8, 9; 7 > 4, 5, 8, 9; 2, 3 e 6 > 5, 8, 9; 4 > 5; 8 > 5 (p>0,05. As cargas de treinamento (CT foram mais elevadas no PP com redução no PC. A CT apresenta uma característica ondulatória, adaptando-se ao calendário competitivo.

  17. Análise de dois treinamentos com diferentes durações de pausa entre séries baseadas em normativas previstas para a hipertrofia muscular em indivíduos treinados Análisis de dos entrenamientos con diferentes duraciones de pausa entre las series basadas en normas previstas para la hipertrofia muscular en individuos entrenados Analysis of two training programs with different rest periods between series based on guidelines for muscle hypertrophy in trained individuals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Vitor Lima

    2006-08-01

    Full Text Available Os programas de treinamento na musculação são comumente prescritos baseando-se em normativas de carga de treinamento sugeridas pela literatura. Dentre as normativas, a prescrição da duração da pausa tem variado normalmente de um a três minutos. Comparações entre intervalos de pausa de um e três minutos mostram diferenças significativas na resposta hormonal, metabólica e no desempenho. Existe carência de estudos que mostram se diferentes pausas são suficientes para a realização das outras normativas previstas para o treinamento da hipertrofia e se um acréscimo de 30 segundos possibilita melhor recuperação. O objetivo deste estudo foi analisar a realização de dois treinamentos baseados em normativas previstas para a hipertrofia muscular e diferenciadas pelas pausas de 90 e 120 segundos entre séries, no exercício supino executado na barra guiada. Participaram 26 voluntários do sexo masculino, treinados em musculação. Foram realizadas quatro sessões de testes em quatro dias. Após a realização dos procedimentos de familiarização e do teste de 1RM, o grupo realizou o exercício no supino guiado à intensidade de 70% de 1RM em quatro séries com o objetivo de alcançar 12 repetições por série, com pausas de 90 ou 120 segundos distribuídas aleatoriamente em diferentes dias. Não foi verificada diferença significativa no número de repetições nas séries quando comparado o desempenho obtido pelos sujeitos nas duas pausas. Independente da duração da pausa (90 ou 120 segundos foi observada queda do rendimento no decorrer da realização das séries, caracterizada pela redução significativa no número de repetições realizado. Os resultados mostraram limitação da aplicação das normativas previstas para o treinamento da hipertrofia muscular em indivíduos treinados. Além disso, pode não haver diferenças no desempenho com a alteração da pausa entre séries de 90 para 120 segundos.Los programas de

  18. Programa de treinamento em pesquisa: Duke University e Sociedade Brasileira de Cardiologia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia Campos Pellanda

    2012-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Um programa de coaching em pesquisa tem foco em desenvolvimento de habilidades e raciocínio científico. Para os profissionais da saúde, pode ser útil para o incremento no número e na qualidade de projetos e artigos. OBJETIVO: Avaliar os resultados iniciais e a metodologia de implantação do Research and Innovation Coaching Program do grupo Research on Research da Duke University na Sociedade Brasileira de Cardiologia. MÉTODOS: O programa trabalha em duas bases: o treinamento e o coaching. O treinamento é realizado online e aborda conteúdos sobre ideia de pesquisa, busca na literatura, escrita científica e estatística. Após o treinamento, o coaching favorece o estabelecimento de colaboração entre pesquisadores e centros mediante uma rede de contatos. O presente estudo descreve a implementação e os resultados iniciais dos anos 2011-2012. RESULTADOS: Em 2011, 24 centros receberam o treinamento, que consistiu em reuniões online, estudo e prática dos conteúdos abordados. Em janeiro de 2012, foi implementado um novo formato que teve como objetivo atingir mais pesquisadores. Em seis meses foram alocados 52 pesquisadores. No total, 20 artigos foram publicados e mais 49 artigos foram redigidos e aguardam submissão e/ou publicação. De forma adicional, foram elaboradas cinco propostas de financiamento de pesquisa. CONCLUSÃO: O número de artigos e as propostas de financiamento atingiram os objetivos inicialmente propostos. Contudo, os principais resultados desse tipo de iniciativa devem ser medidos em longo prazo, pois a consolidação da produção nacional de pesquisa de alta qualidade é um círculo virtuoso que se autoalimenta e expande com o tempo.

  19. Avaliação de um programa de treinamento físico por quatro meses para crianças asmáticas Evaluation of a four-month program of physical training designed for asthmatic children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Soncino Silva

    2005-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar condicionamento físico e força muscular de crianças asmáticas antes e depois de quatro meses de participação num programa de exercícios físicos. MÉTODOS: Dois grupos de crianças com asma moderada e idade entre oito e onze anos foram formados. Ambos realizaram testes pré e pós-treinamento físico, duas vezes por semana, por quatro meses, em sessões de 90 minutos, com exercícios em solo e em água. Orientações sobre asma, seu controle e tratamento foram fornecidos a ambos os grupos. RESULTADOS: Na avaliação final, observou-se aumento das variáveis antropométricas em ambos os grupos. O grupo exercício apresentou melhora significativa na distância percorrida em nove minutos (inicial 1,333 + 0,03 km e final 1,440 + 0,03 km; p OBJECTIVE: The aim of this study was to evaluate physical conditioning and muscle strength before and after a four-month program of physical training. METHODS: Two groups of children, ages 8 to 11 years, with moderate asthma were studied. All subjects were tested before and after a program of physical training, which was conducted in 90-min sessions, twice weekly, for four months and also included exercises performed in the water. Children in both groups received general information about asthma, as well as information about the management and treatment of asthma. RESULTS: In the final evaluation, anthropometric parameters (height and weight were found to have increased. Children in the exercise group presented significant gains in the distance run in nine minutes (initial 1.333 + 0.03 km vs. final 1.440 + 0.03 km; p < 0.05, number of abdominal crunches (initial 24.3 + 1.4 abdominais vs. final 33.2 + 1.1; p < 0.05, maximal inspiratory pressure (initial 73 + 5 cmH2O vs. final 103 + 5 cmH2O; p < 0.05, maximal expiratory pressure (initial 75 + 4 cmH2O vs. final 102 + 4 cmH2O; p < 0.05 and heart rate at rest (initial 84.3 + 1.6 bpm vs. final 77.1 + 2.7 bpm; p < 0.05. The control group

  20. Efeito do treinamento resistido em paciente com fibromialgia: estudo de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Zadorosnei Rebutini

    2013-06-01

    Full Text Available A fibromialgia (FM é uma doença idiopática de ordem reumatológica e incurável que causa dores crônicas e possui tratamento complexo e multifatorial. O exercício físico pode fazer parte do tratamento por atenuar parte dos sintomas da FM, porém a literatura ainda carece de informações sobre tipo, intensidade, duração e frequência ótimos contra os sintomas da FM. O objetivo do presente estudo foi verificar o efeito de 12 semanas de treinamento resistido em uma paciente com FM que não fazia tratamento farmacológico. Os resultados indicaram que 12 semanas de treinamento resistido foi capaz de reduzir as dores, melhorar a capacidade funcional, o bem-estar geral e a qualidade de vida da paciente. O treinamento resistido pareceu atenuar os efeitos negativos da FM e parece ser uma ferramenta promissora para pacientes com FM que gostem desse tipo de atividade.

  1. COMPARAÇÃO DO EFEITO DO TREINAMENTO PROPRIOCEPTIVO NO TORNOZELO DE NÃO ATLETAS E JOGADORES DE VOLEIBOL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emanuele Lazzari Cristofoli

    Full Text Available RESUMO Introdução: O tornozelo é a articulação que sofre mais lesões tanto na vida diária quanto na prática de esportes, especialmente em praticantes de voleibol, que exige movimentos bruscos. Um menor risco de lesão está ligado à estabilidade articular do tornozelo, que pode ser adquirida através de treinamentos proprioceptivos, utilizados para reabilitação e para prevenção de lesões. Objetivo: Avaliar o efeito de um treinamento proprioceptivo para tornozelo por meio do Star Excursion Balance Test (SEBT em estudantes sedentárias e comparar com resultados obtidos com o mesmo treinamento em atletas do voleibol. Métodos: Onze estudantes sedentárias sem histórico de lesões nos membros inferiores participaram de um treinamento proprioceptivo para os tornozelos, durante quatro semanas. As estudantes foram avaliadas por meio do SEBT antes e após o protocolo de treinamento de propriocepção. Após obtenção das médias pré e pós-teste, foram analisadas intragrupo e comparadas com um banco de dados de estudo que utilizou metodologia idêntica, porém com atletas de voleibol. Resultados: Para a comparação de médias de ambos os tornozelos pré e pós-intervenção das estudantes foi utilizado o teste t pareado. Para comparar os resultados das estudantes com os das atletas foi utilizado o teste t independente. Adotou-se 5% (p ≤ 0,05 como nível de significância e as análises foram realizadas no programa SPSS (Statistical Package for the Social Sciences versão 18. Os resultados no teste SEBT das estudantes pré e pós-intervenção mostraram diferença significativa em três direções para o tornozelo direito e em quatro direções para o esquerdo. As diferenças entre as estudantes e as atletas foram significativas para duas direções no tornozelo direito e para três no esquerdo. Conclusão: Treinar a propriocepção é eficaz para aumentar a estabilidade tanto de sedentários quanto de atletas, indicando ser um

  2. Monitoramento da carga interna de um período de treinamento em jogadores de voleibol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor Hugo de FREITAS

    2015-03-01

    Full Text Available O objetivo desse estudo foi monitorar e analisar a dinâmica da carga interna, a partir do método da Percepção Subjetiva de Esforço da sessão (PSE-sessão, durante um período de treinamento no voleibol. Doze jogadores de uma equipe de voleibol (23,5 ± 3,4 anos, 88,2 ± 11,4 kg, 190,4 ± 10,8 cm foram monitorados durante 22 semanas de treinamento divididas em cinco mesociclos. A ANOVA revelou haver diferenças significativas nos valores de carga de treinamento semanal total (CTST, monotonia e "strain" entre os mesociclos (p < 0,05. A CTST do mesociclo 1 foi menor quando comparada aos mesociclos 2, 4 e 5. Os valores de monotonia foram baixos, com valores inferiores a 1,4 ± 0,1 UA. O coeficiente de variação da média da CTST das 22 semanas foi de 16%. O valor médio da média da CTST das 22 semanas foi de 1790,9 UA. O menor valor de média da CTST das 22 semanas foi de 1324,3 UA e o maior valor foi de 2232,7 UA. Desse modo, a carga interna de treinamento apresentou momentos de maior e menor magnitude entre as semanas, e aumentou do primeiro para o segundo mesociclo com manutenção das mesmas nos mesociclos seguintes.

  3. Avaliação da efetividade e dos preditores de um treinamento a distância em uma instituição bancária de grande porte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Mourão

    2014-09-01

    Full Text Available Treinamentos corporativos realizados via Intranet têm sido cada vez mais frequentes e o desafio de avaliá-los torna-se presente para pesquisadores e profissionais. Na pesquisa aqui apresentada, o objetivo foi verificar a efetividade de um treinamento a distância. Para tal, foi avaliado um curso na área comercial oferecido por uma instituição bancária de grande porte para seus funcionários. Foram aplicadas cinco escalas a 742 funcionários - atitudes dos participantes em relação à educação a distância, avaliação de necessidade do treinamento, suporte à aplicação do treinamento, impacto do treinamento no trabalho (profundidade e amplitude. Foram realizadas análises de componentes principais, fatoriais exploratórias e de consistência interna, teste t, correlações e regressão múltipla padrão. Nos resultados, revelou-se que os participantes que perceberam maior suporte na aplicação do treinamento, que tinham atitudes mais favoráveis à educação a distância e, sobretudo, que percebiam maior necessidade do treinamento, relataram maior ocorrência de impacto do treinamento no trabalho. Os achados sugerem maior atenção para a fase de diagnóstico de necessidades de capacitação, bem como disseminação contínua das vantagens da educação a distância em ambientes corporativos.

  4. Efeito do treinamento com pesos na pressão arterial de repouso em idosas normotensas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luiz Demantova Gurjão

    2013-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O treinamento com pesos (TP tem sido amplamente empregado em adultos idosos com objetivo de minimizar ou reverter os efeitos deletérios do processo de envelhecimento no sistema neuromuscular. No entanto, os potenciais benefícios do TP para a pressão arterial e frequência cardíaca de repouso de adultos idosos ainda permanecem controversos. OBJETIVO: Analisar o efeito de oito semanas de TP na pressão arterial sistólica (PAS, pressão arterial diastólica (PAD, pressão arterial média (PAM e frequência cardíaca (FC de repouso em idosas sem hipertensão arterial. MÉTODOS: Dezessete mulheres idosas (66,0 ± 5,8 anos sem experiência em TP foram separadas aleatoriamente em grupo treinamento (GT; n = 10 e grupo controle (GC; n = 7. As variáveis hemodinâmicas de repouso foram avaliadas pelo método auscultatório (esfigmomanômetro de mercúrio e frequencímetro cardíaco (Polar, antes e após oito semanas do período experimental. RESULTADOS: Reduções atribuíveis ao TP foram encontradas apenas para a PAS (-13,4 mmHg; p < 0,01. Apesar de reduções significativas terem sido observadas para a PAD e PAM, a análise de covariância não mostrou interação Grupo x Momento significativa. CONCLUSÃO: O TP se mostrou um treinamento eficaz para promover adaptações no sistema cardiovascular de mulheres idosas sem hipertensão arterial. Oito semanas de TP pode reduzir significativamente a PAS de repouso de mulheres idosas.

  5. Avaliação dos fatores de risco para distúrbios de voz em professores e análise acústica vocal como instrumento de avaliação epidemiológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Aparecida Pizolato

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar fatores de risco para disfonia em professores e associá-los compresença de alteração vocal. MÉTODO: 102 professores(81 mulheres e 21 homens selecionados aleatoriamente de 11 escolas do município de Piracicaba/SP, com média de idade de 42,48 anos. Um questionário sobre aspectos do ambiente e organização do trabalho, comportamento vocal, estilo de vida e sinais e sintomas de alterações vocais foi aplicado.Uma análise acústica da voz foi realizada e as variáveis avaliadas dependentes foram Frequência Fundamental e a Intensidade média vocal. Foram realizadas associações entre as variáveis do questionário com a frequência fundamental e a intensidade média e utilizaram-se os testes estatísticos: Qui-quadrado, Exato de Fisher e cálculo do OddsRatio e este é um estudo clínico prospectivo. RESULTADOS: os indivíduos do sexo masculino tiveram menos chance de apresentarem frequência fundamental da voz alterada do que o gênero feminino (p<0,0001. As professoras que lecionavam para o ensino fundamental II e médio tiveram menos chance de apresentar alteração da frequência fundamental da voz do que aquelas que lecionavam para o ensino fundamental (p=0,04. O ruído ambiente teve associação significante com a alteração da intensidade média da voz (p=0,02. CONCLUSÃO: fatores como o sexo feminino lecionar para o ensino primário e estar exposto ao ruído do ambiente de trabalho foram considerados indicadores de risco para distúrbios da voz em professores.

  6. INFLUÊNCIA DA PERIODIZAÇÃO DO TREINAMENTO COM PESOS NA MASSA CORPORAL MAGRA EM JOVENS ADULTOS DO SEXO MASCULINO: UM ESTUDO DE CASO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Peraro Ramalho

    2008-05-01

    Full Text Available A preocupação do treinador em organizar o treinamento de modo à proporcionar ao atleta uma ótima resposta adaptativa, levando em consideração os objetivos definidos, tem sido um alvo almejado desde a década de 1960. Considerando a importância do planejamento do treinamento, o presente estudo teve como objetivo analisar a influência dos modelos de mesociclo linear e não-linear aplicados ao treinamento com pesos, no aumento da massa corporal magra. O estudo caracterizou-se como pesquisa quase-experimental. A amostra foi constituída de oito homens que se encontravam num nível intermediário de treinamento, divididos em dois grupos experimentais. O grupo 1 realizou o treinamento com base no modelo linear ou estável (sem variação da sobrecarga de semana para semana, e o grupo 2 realizou o treinamento baseado no modelo não-linear ou ondulante (com variação da sobrecarga de semana para semana, ambos num período de oito semanas. Na coleta de dados utilizou-se uma fita métrica para as medidas antropométricas de circunferência, uma balança da marca Filizola para a aferição do peso e um adipômetro da marca Cescorf para a medida da espessura das dobras cutâneas utilizadas na estimativa da composição corporal. As médias obtidas no pré e no pós-teste dos grupos foram comparadas pelo teste “t” de student a um nível de significância de 5% (p < ou =0,05. Analisando os resultados obtidos na comparação do pós-teste entre o grupo 1 e o grupo 2, pode-se concluir que não houve diferenças estatisticamente significativas, porém, o grupo 2, com base no modelo de treinamento não-linear de musculação, obteve um aumento estatisticamente significativo na massa corporal magra, na comparação entre o seu pré e pós-teste, levando a crer que a estruturação dos mesociclos utilizando esse modelo seja uma forma eficaz e segura para a sua aplicação no treinamento de força visando a hipertrofia muscular.

  7. The effectiveness of parent management training in a Brazilian sample of patients with oppositional-defiant disorder A eficácia de treinamento de pais em grupo para pacientes com transtorno desafiador de oposição: um estudo piloto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Antonia Serra-Pinheiro

    2005-01-01

    Full Text Available BACKGROUND: Oppositional-defiant disorder (ODD is considered a hard to treat condition. The aim of this study was to assess the effect of parent management training (PMT on the symptoms of ODD and conduct disorder (CD in Brazilian children with ODD. METHODS: We conducted a clinical evaluation in which data was analyzed from parents of five patients with ODD who participated in a PMT group. The ODD and CD symptoms were assessed before and at least a month after they started participating in the group. The outcome measures were rating scales based on the DSM-IV criteria for ODD and CD. RESULTS: Most patients continued to fulfill criteria for ODD, but the severity of their ODD symptoms was reduced 48,75%. The difference between the means on the severity scale of ODD symptoms was statistically significant (p= 0,031 The fulfillment of criteria for CD was largely diminished. CONCLUSIONS: PMT was effective for the reduction of ODD and CD symptoms in patients with ODD. PMT may represent a valuable therapeutic option for patients with ODD in different cultures.INTRODUÇÃO: O transtorno desafiador de oposição (TDO é considerado uma condição de difícil tratamento. O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia de um programa em grupo de treinamento de pais (TP na redução dos sintomas de TDO e transtorno de conduta (TC em crianças brasileiras com TDO. MÉTODO: conduziu-se um estudo naturalístico em que se analisou dados dos pais de cinco pacientes com TDO que participaram de um grupo de TP. Os sintomas de TDO e TC foram avaliados antes e pelo menos um mês depois de iniciarem a participação no grupo. As medidas utilizadas foram escalas baseadas nos critérios da DSM-IV para TDO e TC. RESULTADOS: A maioria dos pacientes continuou preenchendo critérios para TDO, mas a gravidade dos seus sintomas de TDO diminuiu 48,75%. A diferença entre as médias na escala de gravidade de sintomas desafiadores-opositivo foi estatisticamente significativa (p

  8. EFEITOS DA INGESTÃO DE BEBIDAS ISOENERGÉTICAS DURANTE O TREINAMENTO DE NATAÇÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Di Bernardi Luft

    2008-05-01

    Full Text Available O objetivo desse estudo foi determinar a influência da ingestão de bebidas isoenergéticas no desempenho de 6 atletas masculinos, entre 15 e 20 anos de idade, durante um treinamento de natação, que, segundo Maglisho (1999, seria o de limiar de lactado. Os atletas realizaram 3 sessões de treinamento (sem ingestão de líquidos, com a ingestão de Marathon e ingestão de placebo. O treinamento constou de 10 X 100m, com intensidade máxima e intervalos de 4 minutos entre cada série. Analisou-se: peso corporal (PC, freqüência cardíaca (FC, glicose sangüínea (GS e tempos de nado (TN. Concluiu-se que a ingestão de Marathon não modificou significativamente as variáveis FC e GS durante o treinamento, não interferindo assim no desempenho do atleta; porém teve uma contribuição significativa na redução de PC, assim como a ingestão do placebo, contribuindo para sua reidratação.

  9. Programa de treinamento sobre a intervenção terapêutica "relaxamento, imagens mentais e espiritualidade" (RIME para re-significar a dor espiritual de pacientes terminais Training program about the therapeutical intervention "relaxation, mental images and spirituality" (RIME to resignify the spiritual pain of terminal patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Catarina Araújo Elias

    2007-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Neste artigo, apresentamos um programa de treinamento sobre a intervenção terapêutica relaxamento, imagens mentais e espiritualidade (RIME para profissionais de saúde, que objetiva re-significar a dor espiritual de pacientes terminais. OBJETIVO: Analisar um programa de treinamento por meio da compreensão da experiência de profissionais na utilização da Intervenção RIME e da compreensão da experiência dos doentes na re-significação da dor espiritual, manifestada durante a aplicação do RIME por profissionais treinados. MÉTODOS: Os sujeitos foram uma enfermeira, uma médica, três psicólogos e uma terapeuta alternativa voluntária, todos experientes ou estudiosos em cuidados paliativos, selecionados por convite e que atenderam 11 pacientes terminais internados em hospitais públicos das cidades de Campinas, Piracicaba e São Paulo (SP. A metodologia utilizada teve como base a pesquisa-ação e a fenomenologia. Os resultados qualitativos foram analisados pelo método análise do conteúdo por meio da técnica análise temática e os quantitativos foram analisados pelo método descritivo, utilizando-se o teste de Wilcoxon. RESULTADOS: Na análise da vivência dos profissionais, encontramos cinco categorias e 15 subcategorias. Na análise da natureza da dor espiritual, encontramos como categorias mais prevalentes os medos da morte expresso pela negação e pela percepção do quadro clínico. Na aplicação do RIME, observamos diferença estatisticamente significativa (p BACKGROUND: This article presents a training program for a therapeutic intervention involving relaxation, mental images and spirituality (RIME, which can be administered to help terminal patients to resignify their spiritual pain. OBJECTIVE: Analysis of a training program based on the understanding of the experience of professionals in the use of RIME intervention and of patients in their resignification of spiritual pain, as revealed during the

  10. Efeito do treinamento com haste vibratória na biomecânica da marcha com dupla-tarefa em idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camilla Zamfolini Hallal

    2014-12-01

    Full Text Available Introdução: As quedas em idosos são responsáveis por muitos casos de lesões e morte. As alterações de equilíbrio e força muscular decorrentes do envelhecimento, que contribuem para a ocorrência de quedas, podem ser parcialmente revertidas com o exercício físico. Objetivo: Verificar os efeitos de 8 semanas de treinamento de equilíbrio com haste vibratória, sobre o comprimento de passo e a ativação muscular do membro inferior de idosas durante marcha com duplas tarefas. Métodos: Participaram do estudo 16 idosas divididas aleatoriamente em dois grupos: grupo treinamento de equilíbrio (GTE e grupo de treinamento de equilíbrio com haste vibratória (GTEHV. A avaliação da marcha foi composta por três condições distintas que incluiram marcha em velocidade de preferencia e duplas tarefas. Foram coletados os dados eletromiográficos dos músculos reto femoral, vasto lateral, bíceps femoral, tibial anterior e gastrocnêmio lateral, e dados cinemáticos de comprimento de passo. Resultados: O GTEHV apresentou maiores valores de comprimento de passo após o treinamento. Ambos os grupos (GTE e GTEHV mostraram menores valores de ativação muscular após o treinamento. Conclusão: Os resultados sugerem que o treinamento de equilíbrio com haste vibratória pode ser eficaz para melhora do desempenho durante diferentes condições de marcha em idosos, contribuindo para a prevenção de quedas nesta população.

  11. Treinamento esfincteriano: métodos, expectativas dos pais e morbidades associadas Toilet training: methods, parental expectations and associated dysfunctions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise M. Mota

    2008-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar a literatura científica e leiga sobre o treinamento esfincteriano, abordando expectativas dos pais, métodos disponíveis para aquisição do controle esfincteriano e morbidades associadas. FONTES DOS DADOS: Publicações no período de 1960 a 2007, obtidas a partir das bases bibliográficas MEDLINE, Cochrane Collaboration, ERIC, Web of Science, LILACS, SciELO e Google; busca em artigos relacionados, referências dos artigos, por autor e nas sociedades de pediatria. Foram examinados 473 artigos, sendo selecionados 85. SÍNTESE DOS DADOS: Os pais apresentam expectativas irreais sobre idade de retirada de fraldas, sem levar em conta o desenvolvimento infantil. As estratégias de treinamento não se modificaram nas últimas décadas, e a idade vem sendo postergada na maioria dos países. Métodos de treinamento raramente são utilizados. O início precoce do treinamento esfincteriano e eventos estressantes durante o período podem prolongar o processo de treinamento. Uma maior freqüência de enurese, infecção urinária, disfunção miccional, constipação, encoprese e recusa em ir ao banheiro é observada nas crianças com treinamento inadequado. A literatura leiga para os pais é abundante e adequada, veiculada através de livros e da Internet, mas não largamente disponível para a população brasileira. Apenas três sociedades internacionais de pediatria disponibilizam diretrizes sobre treinamento esfincteriano. CONCLUSÕES: O controle esfincteriano vem sendo postergado na maioria dos países. Os métodos de treinamento existentes são de décadas passadas, sendo pouco utilizados pelas mães e pouco valorizados pelos pediatras; o treinamento inadequado pode ser um dos fatores causadores de distúrbios miccionais e intestinais, que causam transtornos para as crianças e famílias.OBJECTIVE: To review both the scientific literature and lay literature on toilet training, covering parents' expectations, the methods available

  12. O custo direto do programa de treinamento em ressuscitação cardiopulmonar em um hospital universitário

    OpenAIRE

    Follador,Nadia Nasser; Castilho,Valéria

    2007-01-01

    A presente pesquisa teve por objetivo mapear o processo de treinamento compartilhado em ressuscitação cardiopulmonar para técnicos e auxiliares de enfermagem da UTI e Semi-Intensiva de Adulto do HU-USP, e aferir os custos diretos das principais atividades do processo. Trata-se de um estudo exploratório, retrospectivo, de levantamento documental, nos moldes de estudo de caso. Seus resultados mostraram que o custo direto total do programa de treinamento em ressuscitação cardio-pulmonar foi de R...

  13. Treinamento de força diminui os sintomas depressivos e melhora a qualidade de vida relacionada a saúde em idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia BRUNONI

    2015-06-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi de avaliar os efeitos do treinamento de força, com prescrição baseada na percepção de esforço, nos sintomas depressivos e na Qualidade de Vida Relacionada à Saúde (QVRS de idosas. Participaram do estudo 24 idosas (idade de 65,6 ± 4,5 anos, submetidas a um treinamento de força duas vezes por semana, durante 12 semanas com intensidade prescrita através da escala de percepção de esforço de BORG. Utilizou-se a escala de depressão geriátrica (EDG de para rastreio de depressão e avaliação dos sintomas depressivos. Para avaliação da QVRS, utilizou-se o Questionário de Qualidade de Vida Short Form-36 (SF-36. Para comparação das variáveis pré e pós-treinamento foi utilizado o teste de Wilcoxon. Foi encontrada uma redução dos sintomas depressivos, bem como da frequência de idosas com pontuação indicativa de episódio depressivo atual, após o treinamento de força. Para a QVRS, foram encontradas melhoras nas subescalas de capacidade funcional, estado geral da saúde, vitalidade e saúde mental. O treinamento de força, baseado na percepção de esforço, foi um método efetivo para uma redução nos sintomas de depressivos das participantes bem como para melhora da QVRS relacionada à saúde nas seguintes subescalas do SF-36: vitalidade, capacidade funcional, estado geral da saúde e saúde mental em idosas.

  14. Tradução e adaptação do Pay Attention - um programa de treinamento dos processos da atenção para crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deise Lima Fernandes Barbosa

    2014-12-01

    Full Text Available Este estudo descreve o processo de tradução, adaptação e análise de aplicabilidade clínica do Programa Pay Attention! ao português do Brasil. O processo seguiu as etapas recomendadas internacionalmente para adequação de instrumentos a outros idiomas: tradução/adaptação baseado em normas que preservassem características originais bem como as da cultura; análise por juízes especialistas; estudos-piloto; análise de aplicabilidade clínica em um grupo de 10 crianças com TDAH. Os resultados dos estudos-piloto foram analisados qualitativamente na fase de tradução/adaptação. No grupo clínico, o programa foi aplicado em 20 sessões individuais analisando-se a evolução individual, conforme estabelecido no manual. Os resultados demonstraram que a versão em português do Pay Attention! está adequada, tornando-se um importante instrumento de intervenção nos Transtornos de Déficit de Atenção em crianças.

  15. Avaliação da efetividade e dos preditores de um treinamento a distância em uma instituição bancária de grande porte

    OpenAIRE

    Mourão, Luciana; Abbad, Gardênia da Silva; Zerbini, Thaís

    2014-01-01

    Treinamentos corporativos realizados via Intranet têm sido cada vez mais frequentes e o desafio de avaliá-los torna-se presente para pesquisadores e profissionais. Na pesquisa aqui apresentada, o objetivo foi verificar a efetividade de um treinamento a distância. Para tal, foi avaliado um curso na área comercial oferecido por uma instituição bancária de grande porte para seus funcionários. Foram aplicadas cinco escalas a 742 funcionários - atitudes dos participantes em relação à educação a di...

  16. Efeitos do treinamento de curta duração com resistência elástica sobre a força e massa muscular de idosos destreinados

    OpenAIRE

    Martins, Wagner Rodrigues

    2013-01-01

    Introdução: A diminuição da força e massa muscular associadas ao envelhecimento são considerados fatores preditores para o desenvolvimento de incapacidades físicas e funcionais. Dentre as estratégias consideradas positivas para o incremento da força e massa muscular em idosos encontra-se o treinamento resistido. Uma forma simples, prática e de baixo custo para praticar o treinamento resistido ocorre com o uso de materiais elásticos. Objetiv...

  17. Cryopreserved tracheal segments: a new tool for bench surgical training in thoracic surgery Segmentos criopreservados de traqueia: uma nova ferramenta para auxiliar o treinamento na cirurgia torácica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Avelina Sotres-Vega

    2012-08-01

    Full Text Available PURPOSE: To present a new low-cost high fidelity bench model of cryopreserved trachea that can be used to learn surgical skills from medical students to cardiothoracic surgery fellows. METHODS: Ten tracheas were harvested from ten non-trachea related research dogs at the moment of euthanasia. Each trachea was trimmed in six or seven rings segments. They were cryopreserved and stored during 60 days. The day programmed for surgical skills practice, they were thawed to room temperature. RESULTS: Forty segments have been used. After defrosting, all the segments kept their normal anatomic shape and structural integrity. Two incisions were made on every tracheal segment and sutured with running or separate stitches with 5-0 polypropilene. There were no complications such as cartilage ruptures, neither tears on the mucosae, the cartilages nor the membranous posterior membrane. CONCLUSIONS: The cryopreserved trachea is a high fidelity, practical, reproducible, portable, low-cost bench model. It allows cardiothoracic fellows to learn how to handle a trachea, as well as to perfect their surgical and suture abilities before applying them on a real patient's trachea.OBJETIVO: Apresentar novo modelo de traquéia criopreservada de baixo custo e alta fidelidade que pode ser usado tanto por estudantes de medicina como por cirurgiões cardiotorácicos no aprendizado e desenvolvimento de suas habilidades cirúrgicas. MÉTODOS: Foram coletados amostras de dez traquéias de dez cães utilizados para pesquisa após a eutanásia. Cada segmento de traquéia foi dividida em seis ou sete anéis, criopreservadas e armazenadas durante 60 dias. No dia programado para a prática cirúrgica os segmentos foram descongelados a temperatura ambiente. RESULTADOS: Foram utilizados 40 segmentos no estudo. Após o descongelamento todos os segmentos mantiveram sua forma anatômica e sua integridade estrutural. Foram realizadas duas incisões em cada segmento traqueal que foram

  18. Monitoramento das cargas de treinamento no tênis de elite DOI:10.5007/1980-0037.2010v12n3p217

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aaron James Coutts

    2010-01-01

    Full Text Available A carga de treinamento (CT é influenciada pelo volume e pela intensidade. A determinação precisa das CTs utilizadas durante o treinamento é crucial para atingir as adaptações desejadas e evitar o overtraining. A CT pode ser monitorada de diversas maneiras. Entretanto, nós recomendamos o método da percepção subjetiva de esforço da sessão (PSE da sessão para quantificar a CT pelo seu baixo custo, pela sua fácil compreensão e a pela sua relativa simplicidade de implementação. Neste relato, nós apresentamos dados relacionados às CTs coletados durante o Torneio de Roland Garros em 2008. Nossa experiência no tênis sugere que o método da PSE da sessão é uma ferramenta valiosa que pode ser usada para controlar o treinamento e evitar CTs excessivas. Nós também acreditamos que o monitoramento preciso da CT proporcionará ao técnico o melhor entendimento do processo de treinamento desportivo, em última instância, levando ao aumento de desempenho.

  19. O processo de treinamento como ferramenta de redução dos custos em transporte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Fernandes Monteiro

    2013-07-01

    Full Text Available Este artigo demonstra o benefício da aplicação de treinamento de pessoal para redução de custos logísticos. Para isso, o estudo se delimita ao setor de transporte rodoviário no Brasil, discutindo práticas atualmente correntes e seus benefícios ao controle e redução de custos na atividade. Na composição de custos de negócios na área de transportes, vários fatores e ações específicas devem ser analisadas para promover mudanças no negócio.

  20. Respostas cardiovasculares agudas no treinamento de força conduzido em exercícios para grandes e pequenos grupamentos musculares Acute cardiovascular responses in strenght training conducted in exercises for large and small muscular groups

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Welton D'Assunção

    2007-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi comparar o comportamento da pressão arterial sistólica (PAS, diastólica (PAD, freqüência cardíaca (FC e duplo produto (DP durante a execução unilateral de três séries de 10RM em dois exercícios envolvendo grupamentos musculares distintos. Participaram 18 homens normotensos (22,4 ± 2,7 anos; 76,2 ± 9,8kg; 175,4 ± 6,0cm experientes em exercícios resistidos. Os voluntários foram submetidos ao procedimento experimental em quatro dias não consecutivos. No primeiro dia, aplicaram-se testes de 10RM nos exercícios rosca bíceps com haltere (RB e cadeira extensora (CE. Após 48 horas, foi realizado um reteste de 10RM. Posteriormente à obtenção das cargas, realizaram-se três séries de 10RM nos exercícios selecionados. O ritmo de execução das séries em ambos os exercícios foi controlado por um metrônomo, estabelecendo-se um tempo de dois segundos para cada uma das fases excêntrica e concêntrica. A FC foi aferida por cardiofreqüencímetro e a PAS e PAD, pelo método auscultatório. A ANOVA de duas entradas com medidas repetidas, seguida do teste post-hoc de Tukey, não encontrou diferenças (p > 0,05 entre as respostas cardiovasculares nos diferentes exercícios. Contudo, verificaram-se diferenças significativas (p The aim of this study was to compare the behavior of the systolic blood pressure (SBP; diastolic blood pressure (DBP; heart rate (HR and double product (DP during the unilateral performance of three sets of 10RM in two exercises involving distinct muscular groups. Eighteen normotense men (22.4 ± 2.7 years; 76.2 ± 9.8 kg; 175.4 ± 6.0 cm experienced in resisted exercises participated in the study. The volunteers were submitted to the experimental procedure in four non-consecutive days. On the first day, the 10RM tests were applied in the biceps curls with dumbbells (BC and extensor bench (SB. After 48 hours, a re-test of 10RM was performed. After the loads were obtained, three sets of

  1. Training program on microbiological test collection material methods at a teaching hospital: investment and result assessment Programa de capacitación sobre el método de colecta de material para análisis microbiológico en un hospital-escuela: inversión y evaluación de los resultados Programa de treinamento sobre método de coleta de material para exame microbiológico em um hospital de ensino: investimento e avaliação dos resultados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli de Carvalho Jericó

    2006-10-01

    Full Text Available This study aimed at evaluating the results, direct costs and investment of a training program on microbiological test material collection at a teaching hospital. Test collections that did not follow the established criteria (failure were considered as the result measure. Variable and absorption costing were used to calculate direct costs and investments, respectively. Of the 11,893 collected materials, failures were evidenced in 59 (0.5%. Direct cost corresponded to R$ 154.10 and R$ 2,431.29 was invested in training. These findings revealed that the evidenced number of anomalies (failures represented a low percentage in relation to the total collected material for microbiological exams. Therefore, this should not be considered a critical point that justifies the continuity of the training and, consequently, the investment.Este estudio tiene como objetivo evaluar los resultados, los costos directos y la inversión en un programa de capacitación para la colecta de muestras para análisis microbiológico en un hospital-escuela. Fueron consideradas como medida de resultados las colectas de análisis que no siguieron los criterios establecidos (anomalía. Los sistemas de costo variable y por absorción fueron utilizados, respectivamente, para calcular los costos directos y la inversión. De las 11,893 muestras recogidas, se manifestaron anomalías en 59 (0,5%. El costo directo fue de US$ 84.67, y la inversión total en el programa de US$ 1,335.87. Los resultados permitieron concluir que el número de anomalías evidenciadas significaba un bajo porcentaje con respecto al total de material recogido para análisis microbiológico y no constituía un punto crítico que justificase la continuación del capacitación y la consecuente inversión.Este estudo teve por objetivo avaliar os resultados, os custos diretos e o investimento de um programa de treinamento sobre coleta de materiais para exame microbiológico em um hospital de ensino. Foram

  2. Modelos de simulação a eventos discretos como ambiente de treinamento em controle digital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Arêas de Souza

    2012-11-01

    Full Text Available O treinamento prático é parte fundamental no processo de ensino-aprendizagem em controle digital. A utilização de simuladores em aulas de automação tem se destacado recentemente de modo eficaz neste contexto. O presente trabalho descreve então dois modelos de simulação construídos para demonstrar a possibilidade de utilização de softwares de simulação a eventos discretos como um ambiente de treinamento de lógicas de controle automático de processos industriais em tempo real. Foi realizada a integração de um modelo de simulação construído com o software Arena recebendo sinal de comando de um Controlador Lógico Programável (CLP. O ambiente virtual proposto, oriundo do modelo de simulação, possibilitou a realização de diferentes testes de lógicas de controle. Os resultados deste trabalho demonstraram a clara possibilidade de interatividade do estudante com um modelo de simulação discreta para o treinamento prático com sistemas de controle automatizados.

  3. Capacidade de alcance em idosas submetidas a um treinamento de flexibilidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elciana de Paiva Lima Vieira

    2015-12-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2015v17n6p722   O objetivo do presente estudo foi analisar a influência de um treinamento de flexibilidade nos níveis de amplitude articular máxima e capacidade de alcance em idosas praticantes de hidroginástica participantes do projeto Prev-Quedas. As idosas foram alocadas em dois grupos: Intervenção (GI, n=25, no qual foram submetidas a um programa de treinamento de flexibilidade; e Controle (GC, n=21, no qual as idosas participavam, apenas, das aulas de hidroginástica. O treinamento de flexibilidade teve a duração de três meses e frequência semanal de dois dias, composto por exercícios de alongamento envolvendo tronco e membros inferiores, realizados após as aulas de hidroginástica. O método de alongamento utilizado foi o estático passivo. A aferição foi constituída pelos testes de alcance funcional, lateral e goniométrico. A análise estatística foi feita através dos seguintes testes: normalidade de Shapiro-Wilk, ANCOVA, correlação de Pearson e de Spearman. Foram encontrados resultados significativos para o GI no ganho de amplitude articular máxima na articulação do quadril direito (p=0,0025, porém, o mesmo não foi visto nas demais articulações aferidas, assim como também, não houve melhora na capacidade de alcance funcional e lateral para ambos os grupos. Também não foram vistas correlações significativas entre a capacidade de alcance e amplitude articular no tronco, quadril e tornozelo. Portanto, o treinamento de flexibilidade associado à prática da hidroginástica, promoveu aumento da amplitude articular máxima somente na articulação do quadril, contudo, não foi visto melhora na capacidade de alcance. A prática, somente da hidroginástica, apresentou resultados não significativos.

  4. Cargas elevadas de treinamento alteram funções cognitivas em jogadores de futebol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe de Oliveira Matos

    2014-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: No esporte de rendimento, altas cargas de treinamento são necessárias para que ocorram adaptações biológicas que levem ao aprimoramento da forma física e do desempenho esportivo. OBJETIVO: Investigar o comportamento de variáveis psicológicas e fisiológicas, possíveis indicadores dos estados de estresse e recuperação, em jogadores de futebol ao longo da temporada esportiva, e a possibilidade da utilização desses como marcadores dos estados de treinabilidade dos atletas para prevenir quedas do desempenho e o overtraining. MÉTODOS: Participaram deste estudo 14 jogadores de futebol (18,4 ± 0,6 anos, 9,64 ± 1,61 % com gordura e VO2máx 49,46 ± 2,88 ml/kg/min da categoria júnior de uma equipe de primeira divisão do Brasil. Foram monitorados a percepção de estresse e a recuperação por meio do questionário RESTQ-Sport, a variabilidade de frequência cardíaca (VFC de repouso, analisada no domínio do tempo e da frequência, e o tempo de reação simples. Efetuaram-se três coletas de dados, um controle (C, outra após quatro semanas de treinamentos intensos (T1, e finalmente depois de quatro semanas de treinamentos leves (T2 realizados após T1. RESULTADOS: Não foi encontrada diferença significativa em nenhuma das escalas do RESTQ-Sport e na VFC nos três momentos de coletas. O tempo de reação simples apresentou um aumento significativo(p = 0,047 em T1 em relação a C. CONCLUSÃO: Os resultados indicam que o tempo de reação foi a única variável sensível às alterações do treinamento estudado, podendo ser considerado um bom indicador da treinabilidade dos atletas.

  5. Vocal Fold Paralysis

    Science.gov (United States)

    ... decades-long project to develop an electrical stimulation technology to help people avoid having a tracheotomy when both vocal folds are paralyzed. The device, which currently is being tested in animals and people, uses an implanted pacemaker to stimulate ...

  6. FUNDAMENTOS DA TERMOGRAFIA PARA O ACOMPANHAMENTO DO TREINAMENTO DESPORTIVO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Borba Neves

    2014-08-01

    Full Text Available Thermography is recognized diagnostic method since 1987 by the American Medical Association. This method involves the detection of infrared radiation emitted by the skin and provides the analysis of physiological functions related to the control of the temperature of the skin noninvasively, without exposing the patient to any type of radiation. The objective of this paper is to describe the background related to the use of thermal imaging (acquisition, analysis of thermograms and already known applications for monitoring sports training. To this end, the text is structured in the following topics: fundamentals of physiological temperature control, technical requirements of the equipment acquisition, analysis of thermal images, the acquisition protocol of thermal images, and monitoring of sports training by thermography. It can be concluded that thermography has been used increasingly in medical and sports area and already has applications for the diagnosis of musculoskeletal disorders in the evaluation of muscle recovery after training and competitions for athletes to release specific workouts and how predictor of VO2max. However, there are fundamental aspects of physiology of heat that must be understood in greater detail as the influence of the fat layer in the skin temperature and the thermal response of the body to different types of activity.

  7. Treinamento de marcha, cardiorrespiratório e muscular após acidente vascular encefálico: estratégias, dosagens e desfechos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica Cristiane Ovando

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Um número crescente de programas de treinamento com resultados positivos tem sido proposto para a reabilitação de pacientes com sequelas motoras após acidente vascular encefálico (AVE. No entanto, observa-se que muitos não oferecem recomendações no que diz respeito a indicações para técnicas e procedimentos específicos. OBJETIVO: Revisar a literatura pertinente sobre programas de treinamento envolvendo marcha, condicionamento cardiorrespiratório e fortalecimento muscular de membros inferiores em pacientes portadores de hemiparesia por sequela de AVE, e descrever a eficácia, limitações e efeitos desses programas na recuperação cardiovascular, funcional e motora dessa população. MÉTODO: Foi realizada uma busca por ensaios clínicos, trabalhos pré-experimentais, meta-análises e revisões de literatura que abordassem os temas treinamento físico, fortalecimento muscular, treinamento de marcha e programas de exercícios para membros inferiores após AVE. RESULTADOS: Foram encontrados 27 artigos relatando diversos protocolos de treinamento (marcha, treinamento cardiovascular, fortalecimento muscular, entre outros e seus efeitos no sistema cardiovascular, músculo-esquelético e sobre o status funcional em indivíduos portadores de hemiparesia após AVE. CONCLUSÃO: Praticamente todas as intervenções relatam resultados positivos em termos de ganhos funcionais, além de efeitos específicos de acordo com o tipo de treinamento. No entanto, as diferenças metodológicas, a carência de grupo controle em alguns estudos, a variabilidade da população estudada e os critérios de análise nem sempre permitem a recomendação segura de procedimentos específicos na prática clínica.

  8. Prevalência de fatores de risco para doenças crônicas não-transmissíveis: impacto de 16 semanas de treinamento futebolístico em índices do estado nutricional e da aptidão física de praticantes de futebol society Prevalencia de los factores de riesgo en las enfermedades crónicas no transmisibles: impacto de 16 semanas de entrenamiento futbolístico en índices del estado nutricional y la aptitud física de practicantes de fútbol society Prevalence of risk factors of non-transmissible chronic diseases: the impact of 16 weeks of soccer training at nutritional status and physical aptitude indexes in society soccer practitioners

    OpenAIRE

    Luciano Meireles de Pontes; Maria do Socorro Cirilo de Sousa; Roberto Teixeira de Lima; Roberto Dimas Campos; Enéas Ricardo de Moraes Gomes; Geraldo Luís dos Santos; João Agnaldo do Nascimento

    2006-01-01

    O objetivo do estudo foi identificar a prevalência de fatores de risco (FR) para doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT) em praticantes de futebol society e o impacto de 16 semanas de treinamento futebolístico em índices do estado nutricional e da aptidão física. MÉTODOS: Amostra: 45 indivíduos (38,6 ± 7,4 anos), divididos em dois grupos: Experimental (G1 = 22) e Controle (G2 = 23). O G1 submeteu-se a um programa de treinamento de três sessões semanais em dias alternados com duração...

  9. Efeitos do treinamento de força específico no desempenho de nadadores velocistas treinados com parachute

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Sales Bocalini

    2010-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar os efeitos do treinamento de força específico no desempenho de nadadores velocistas. METODOLOGIA: dois grupos de nadadores randomizados em treinados sem (TSP, n: 8 e com parachute (TCP, n: 12 foram submetidos a treinamento de 12 semanas (6 x semana; 1 sessão de 2 h/dia, sendo avaliados a força muscular (FMMI; a força específica (FE e o tempo de sustentação de força (TSF; o número de braçadas em 50m (NB 50m; o tempo e a velocidade de nado em 15 (V 15m e 50m (V 50m, antes e após o protocolo. RESULTADOS: após o programa de treinamento, não ocorreram modificações na FMMI e V 15m para ambos os grupos. Nas demais variáveis houve melhora significante (p 18%; FE (> 30%; TSF (> 35%; NB 50m ( 16%. O grupo TSP apresentou melhora no TSF (> 9%. CONCLUSÃO: o emprego do parachute foi eficiente em melhorar os parâmetros de força e no desempenho no teste de 50m

  10. Programas de treinamento em criatividade: conhecendo as práticas e resultados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana de Cássia Nakano

    Full Text Available Considerando-se a criatividade enquanto potencial a ser desenvolvido em todos os indivíduos e, portanto, uma característica passível de ser incentivada e treinada, cujos benefícios têm sido destacados principalmente no ambiente escolar, este trabalho teve como finalidade verificar a forma como os programas de treinamento em criatividade vêm sendo implementados e os resultados que vêm sendo obtidos, visando traçar um quadro dos ganhos resultantes desse tipo de programa. Uma seleção de pesquisas encontradas na literatura foi feita, apresentadas de acordo com o nível educacional dos participantes envolvidos, cujos resultados permitiram verificar que a maior parte dos programas aponta resultados positivos e ganhos provenientes desse treinamento, quando se comparam grupos experimentais e controle, sendo, a maior parte deles, desenvolvidos junto a estudantes do ensino fundamental. A análise das pesquisas aponta para diferentes possibilidades de incentivo e treino da criatividade a partir de técnicas diferenciadas, instrumental e planejamento diversificado

  11. Safety of a training program for ultrasound-guided internal jugular vein catheterization in critically ill patients Segurança de um programa de treinamento para punção de veia jugular interna guiada por ultrassom em pacientes críticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felippe Leopoldo Dexheimer Neto

    2011-08-01

    Full Text Available OBJECTIVES: Evaluate the safety and effectiveness of a training program for performing ultrasound-guided internal jugular vein cannulation in critically ill patients. METHODS: Cohort prospective study, evaluating adult patients admitted in a teaching intensive care unit (ICU. Catheter placement was performed by an ICU medical resident. The patient's baseline characteristics, vessel's position and operator experience were the evaluated variables. The main outcomes were cannulation success rate and incidence of major complications. RESULTS: A total of 118 consecutive patients were enrolled between May 2008 and November 2009. The success rate of ultrasound guided catheter placement was 90% (106/118, 77% in the first attempt. Major complications occurred in 4% of the cases (n = 5 and were not associated with the analyzed variables. Inability to place the guide wire was the reason for 58% (7/12 of the failures. Operators with more than 15 previous ultrasound guided cannulations had an increased success rate (95% vs. 79%, p = 0.01 and increased failure was related to previous catheterization (26% vs. 7%, p = 0.02. CONCLUSION: Learning ultrasound guidance for IJV vein cannulation was safe and feasible in ICU patients. This process was not associated to complications and better results were achieved across the spectrum of operator experienceOBJETIVO: Avaliar a segurança e efetividade de um programa de treinamento para cateterização da veia jugular interna guiada por ultrassom em pacientes críticos. MÉTODOS: Estudo de coorte prospectivo, avaliando pacientes adultos internados em uma unidade de terapia intensiva com programa de ensino. Os médicos residentes do serviço realizaram as punções de veia jugular interna guiadas por ultrassom. Foram avaliadas as características de base dos pacientes, sintopia dos vasos e experiência dos operadores. Os desfechos primários foram a taxa de sucesso da cateterização e a incidência de complica

  12. Respostas bioquímicas e físicas ao treinamento realizado dentro e fora da água em atletas de futsal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mabel Micheline Olkoski

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi analisar os efeitos do treinamento físico em quadra e do treinamento físico em piscina (hidroginástica sobre os índices bioquímicos relativos ao dano muscular e a aptidão física de atletas de futsal. Doze jogadores de futsal foram divididos em dois grupos: 1 grupo de treinamento em quadra (GTQ, n = 6 e 2 grupo de treinamento em piscina (GTP, n =6. Foram verificados os índices de capacidades aeróbicas e aneróbicas pelos testes de RAST e Yo-yo intermitent, o dano muscular pela creatina quinase (CK e lactato desidrogenase (LDH e os níveis de stress oxidativo pelos níveis de ácido tiobarbitúrico (TBARS e atividade da catalase (CAT antes e após 10 sessões de trainamento (p<0,05. Os resultados mostraram que ambos os grupos melhoraram a condição aeróbica após as 10 sessões de treinamento. Mas o GTP apresentou maior atividade da CAT em repouso e menores níveis de CK ao ser comparado com o GTQ na 10ª sessão de treino. Concluiu-se que o treino com hidroginástica parece ser uma alternativa interessante para a melhoria das capacidades físicas e para a proteção muscular durante a preparação física inicial de atletas de futsal.

  13. Vocal coordination and vocal imitation: a role for mirror neurons?

    Science.gov (United States)

    Newman, John D

    2014-04-01

    Some birds and mammals have vocal communication systems in which coordination between individuals is important. Examples would include duetting or antiphonal calling in some birds and mammals, rapid exchanges of the same vocalization, and vocal exchanges between paired individuals and other nearby pairs. Mirror neurons may play a role in such systems but become functional only after experience.

  14. Aplicação da curva CUSUM para avaliar o treinamento da intubação orotraqueal com o laringoscópio Truview EVO2® Aplicación de la curva CUSUM para evaluar el entrenamiento de la intubación orotraqueal con el laringoscopio Truview Evo2® Using the Cusum curve to evaluate the training of orotracheal intubation with the Truview EVO2® laryngoscope

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaqueline Betina Broenstrup Correa

    2009-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As curvas de aprendizado têm se mostrado ferramentas úteis no monitoramento do desempenho de um trabalhador submetido a uma nova tarefa. Essas curvas vêm sendo utilizadas na avaliação de vários procedimentos na prática médica. O objetivo desta pesquisa foi avaliar o aprendizado da intubação orotraqueal (IOT com o laringoscópio Truview EVO2® através da curva de aprendizado CUSUM. MÉTODO: Quatro aprendizes realizaram o treinamento da IOT com o laringoscópio Truview EVO2® em manequim. Eles foram orientados quanto aos critérios de sucesso e falha na IOT e alternaram-se nas tentativas, num total de 300 IOT para cada um deles. Quatro curvas de aprendizado foram construídas a partir do método da soma cumulativa CUSUM. RESULTADOS: O número calculado para adquirir proficiência na tarefa foi de 105 IOT. Os quatro aprendizes cruzaram a linha de taxa de falha aceitável de 5% antes de completar 105 IOT: o primeiro aprendiz alcançou a faixa de proficiência após 42 IOT, o segundo e o terceiro aprendizes, após 56 IOT, e o quarto aprendiz, após 97 IOT, mantendo-se constantes em seus desempenhos a partir de então. Não houve diferença na taxa de sucesso entre residentes e anestesiologistas experientes. CONCLUSÕES: A curva de aprendizado CUSUM é um instrumento útil para demonstração objetiva de habilidade na execução de uma nova tarefa. A laringoscopia com o Truview EVO2® em manequim demonstrou ser um procedimento fácil para médicos com experiência prévia em IOT, porém, a transposição dos resultados para a prática clínica deve ser cautelosa.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Las curvas de aprendizaje han sido herramientas útiles en el monitoreo del desempeño de un trabajador sometido a una nueva tarea. Esas curvas han venido siendo utilizadas en la evaluación de varios procedimientos en la práctica médica. El objetivo de esta investigación, fue evaluar el aprendizaje de la intubaci

  15. EFEITOS DO TREINAMENTO COMBINADO SOBRE A FORÇA, RESISTÊNCIA E POTÊNCIA AERÓBICA EM IDOSAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janesca Mansur Guedes

    Full Text Available RESUMO Introdução: O envelhecimento traz várias modificações, entre as quais o declínio progressivo das funções fisiológicas do organismo. Tanto o treino de força quanto um programa de resistência aeróbica são importantes para evitar o declínio funcional associado à idade. Objetivo: Avaliar os efeitos de um programa de treinamento combinado de força e resistência aeróbica sobre a força de preensão manual, a massa muscular, a resistência e potência aeróbica de idosas. Métodos: Trinta e cinco mulheres (65,7 ± 6,68 anos foram divididas em três grupos: treinamento combinado (TC; n = 15, treinamento de força (TF; n = 10 e treinamento aeróbico (TA; n = 10. Cada grupo treinou duas vezes por semana durante oito semanas, sendo que o grupo TC teve treinamento de força e aeróbico uma vez por semana. Foi utilizado o teste estatístico ANOVA e t de Student, com p ≤ 0,05. Resultados: Foi possível verificar melhoras significativas (p ≤ 0,05 dos valores de VO2pico no momento da determinação do limiar anaeróbico e aumento na força de preensão manual em todos os grupos pesquisados, assim como dos valores de massa muscular do vasto lateral (p ≤ 0,05. Conclusão: Os resultados sugerem que um programa de treinamento combinado é tão eficaz para ocasionar aumentos de massa muscular, potência e resistência aeróbica de idosas, quanto o treinamento de resistência aeróbica ou força realizado duas vezes por semana, organizados separadamente.

  16. Efeito da adição do biofeedback ao treinamento dos músculos do assoalho pélvico para tratamento da incontinência urinária de esforço Effect the adding of biofeedback to the training of the pelvic floor muscles to treatment of stress urinary incontinence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Faní Fitz

    2012-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar o efeito da adição do biofeedback (BF ao treinamento dos músculos do assoalho pélvico (TMAP para o tratamento da incontinência urinária de esforço (IUE. MÉTODOS: Estudo piloto prospectivo, randomizado e controlado, com mulheres com IUE sem deficiência esfincteriana detectada ao estudo urodinâmico e que realizavam a correta contração dos MAP. Foram excluídas mulheres com doenças neuromusculares e com prolapso genital graus III e IV. Foram randomizadas 40 mulheres em Grupo Controle e Grupo BF. O protocolo de TMAP com equipamento de BF foi constituído de três séries de dez contrações lentas (tônicas, com tempo de manutenção de seis a oito segundos em cada contração, seguido de um período de repouso de mesmo valor. Após cada contração sustentada, eram realizadas de três a quatro contrações rápidas (fásicas em decúbito dorsal e ortostatismo, duas vezes na semana, totalizando 12 sessões. Avaliou-se o efeito da adição do BF ao TMAP na qualidade de vida pelo King's Health Questionnaire (KHQ, nos sintomas urinários pelo diário miccional e na função dos músculos do assoalho pélvico (MAP pela palpação digital. A avaliação foi realizada inicialmente e após as 12 sessões de tratamento. O resultado foi descrito em médias e desvios padrão. Para análise de homogeneidade e verificação das diferenças entre os grupos utilizou-se o teste de Mann-Whitney, e para diferenças entre os momentos de observação, o teste de Wilcoxon, com nível de significância de 0,05. RESULTADOS: Diminuição significativa nos escores dos domínios avaliados pelo KHQ na comparação entre os grupos, exceto para o domínio saúde geral (Grupo BF 32,8±26,9 versus Grupo Controle 48,4±29,5; pPURPOSE: To investigate the effect of adding biofeedback (BF to the training of pelvic floor muscles (PFMT for the treatment of stress urinary incontinence (SUI. METHODS: A prospective pilot study, randomized and controlled

  17. Hematologia e bioquímica sérica de equinos de concurso completo de equitação em treinamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.M. Santiago

    2013-04-01

    Full Text Available Avaliaram-se a hematologia e a bioquímica sérica em equinos de concurso completo de equitação (CCE em treinamento durante testes de esforço incremental em esteira ergométrica de alta velocidade. Foram utilizados 16 equinos em delineamento experimental inteiramente ao acaso com quatro tratamentos e quatro repetições em esquema de parcelas subdivididas, utilizando-se como fontes de variação nos tratamentos a idade e o histórico de treinamento em CCE. As parcelas foram constituídas pelos testes incrementais realizados nas fases inicial e final do treinamento. As subparcelas foram representadas pelos tempos de avaliação e coletas. Os equinos do grupo experimental novos iniciantes apresentaram valor médio do hematócrito de 43,24%, sendo inferior ao hematócrito do grupo adultos iniciantes, 45,63%, novos experientes, 46,39%, e competidores, 47,74%. Houve diferença (P<0,05 entre os testes físicos realizados nas fases inicial e final do treinamento, com redução na concentração plasmática de glicose, de 112 para 98,88mg/dL, nas concentrações séricas de creatinina, de 1,41 para 1,29mg/dL, e de proteínas totais, de 6,52 para 6,38g/dL, na contagem de monócitos, de 0,54 para 0,48 10³/mm³, e com aumento na concentração plasmática de lactato, de 3,31 para 3,79mmol/L, na concentração sérica de ácido úrico, de 1,44 para 1,77mg/dL, no hematócrito, de 44,19 para 46,90%, na concentração de hemoglobina, de 14,33 para 15,10g/dL, e na contagem de leucócitos totais, de 9,26 para 9,61 10³/mm³. O treinamento dos equinos de CCE aumentou o condicionamento físico dos equinos, com maior capacidade de metabolização do lactato após o exercício e aumento nos valores basais do hematócrito e da concentração de hemoglobina.

  18. RESPOSTA AGUDA DO LACTATO SANGUÍNEO A DIFERENTES PROTOCOLOS DE TREINAMENTO COM PESOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Oliveira da Cruz Siqueira

    Full Text Available RESUMO Introdução: O treinamento em circuito é um modelo de treinamento resistido que permite uma variada combinação de sobrecarga e, por isso, requer mais informações para que se compreenda a demanda glicolítica anaeróbia durante sua execução. Objetivo: O objetivo foi comparar dois protocolos de treinamento com pesos, com (Tconv e sem (Tcirc pausa entre as execuções, quanto à resposta do lactato sanguíneo ([la]. Métodos: Onze homens (21,0 ± 2,3 anos; 76,7 ± 5,4 kg, 179,5 ± 7,0 cm foram submetidos ao teste de repetição máxima. O Tcirc e o Tconv foram prescritos a 60%1RM, 12 repetições, sendo três passagens com pausa de 300 s para Tcirc e três séries de cada exercício com 180 s de pausa para o Tconv. Os exercícios que compuseram ambos os protocolos de treinamento foram: supino reto, cadeira extensora unilateral, peck-deck, mesa flexora, pulley alto, leg press 45º, remada horizontal e panturrilha no hack. O teste de ANOVA (Bonferroni post hoc comparou o [la] no 1º, 3º e 5º minuto após as passagens no Tcirc e após cada série no Tconv. O teste t independente comparou as médias do pico de lactato entre Tcirc e Tconv. Em todas as análises adotou-se p ≤ 0,05. Resultados: Foram observadas diferenças para o [la] entre a 1ª (10,6 ± 1,0 mmol/l e a 2ª passagem (13,5 ± 1,8 mmol/l, P = 0,01 e entre a 1ª e a 3ª passagem (15,0 ± 2,5 mmol/l, P < 0,01 no Tcirc. Durante Tconv, os maiores valores médios de [la] foram observadas nos exercícios pulley alto (11,2 ± 2,2 mmol/l e leg press 45º (11,9 ± 2,6 mmol/l. Houve diferença (P < 0,01 ao comparar o pico de [la] após Tconv (12,8 ± 2,2 mmol/l e Tcirc (15,9 ± 2,0 mmol/l. Conclusão: O Tcirc demanda maior resposta glicolítica, enfatizando sua efetividade no aumento da capacidade anaeróbia muscular. Além disso, a execução não intermitente do Tcirc pode explicar sua maior demanda glicolítica, uma vez que Tconv e Tcirc foram proporcionalmente delineados

  19. Vocal Fold Collision Modeling

    DEFF Research Database (Denmark)

    Granados, Alba; Brunskog, Jonas; Misztal, M. K.

    2015-01-01

    When vocal folds vibrate at normal speaking frequencies, collisions occurs. The numerics and formulations behind a position-based continuum model of contact is an active field of research in the contact mechanics community. In this paper, a frictionless three-dimensional finite element model...... of the vocal fold collision is proposed, which incorporates different procedures used in contact mechanics and mathematical optimization theories. The penalty approach and the Lagrange multiplier method are investigated. The contact force solution obtained by the penalty formulation is highly dependent...

  20. Efeito do treinamento fisico em judocas e corredores fundistas de alto nivel na plasticidade neural

    OpenAIRE

    Wantuir Francisco Siqueira Jacini

    2007-01-01

    Resumo: Estudos experimentais têm sugerido que a prática de exercícios físicos associados a treinamento, planejamento e execução de movimentos complexos causam alterações estruturais no sistema nervoso. Essas podem refletir modificações benéficas à plasticidade cerebral, em resposta ao aumento da atividade imposta pela aprendizagem motora e exercícios físicos. Todavia, efeitos estruturais, com potencial implicação para o auxílio em reabilitação de problemas neurológicos, não são bem entendido...

  1. Mecanismos adaptativos do sistema imunológico em resposta ao treinamento físico Adaptative mechanisms of the immune system in response to physical training

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carol Góis Leandro

    2007-10-01

    Full Text Available O treinamento físico, de intensidade moderada, melhora os sistemas de defesa, enquanto que o treinamento intenso causa imunossupressão. Os mecanismos subjacentes estão associados à comunicação entre os sistemas nervoso, endócrino e imunológico, sugerindo vias autonômicas e modulação da resposta imune. Células do sistema imune, quando expostas a pequenas cargas de estresse, desenvolvem mecanismo de tolerância. Em muitos tecidos tem-se demonstrado que a resposta a situações agressivas parece ser atenuada pelo treinamento físico aplicado previamente, isto é, o treinamento induz tolerância para situações agressivas/estressantes. Nesta revisão são relatados estudos sugerindo os mecanismos adaptativos do sistema imunológico em resposta ao treinamento físico.Moderate physical training enhances the defense mechanisms, while intense physical training induces to immune suppression. The underlying mechanisms are associated with the link between nervous, endocrine, and immune systems. It suggests autonomic patterns and modulation of immune response. Immune cells, when exposed to regular bouts of stress, develop a mechanism of tolerance. In many tissues, it has been demonstrated that the response to aggressive conditions is attenuated by moderate physical training. Thus, training can induce tolerance to aggressive/stressful situations. In this review, studies suggesting the adaptation mechanisms of the immune system in response to physical training will be reported.

  2. Experiência de treinamento com Nintendo Wii sobre a funcionalidade, equilíbrio e qualidade de vida de idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Aparecida Calderão Sposito

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo desse relato de experiência foi analisar a funcionalidade, equilíbrio e qualidade de vida em duas idosas não institucionalizadas, após serem submetidas a um protocolo de treinamento em Realidade Virtual composto por nove sessões com duração de 50 minutos cada e frequência de três vezes por semana. Para tanto, utilizou-se os jogos do software Wii Fit, bem como o acessório Balance Board do console Nintendo Wii, a partir de um programa de treinamento elaborado fundamentado em diretrizes gerais de agência de saúde, tais como o Colégio Americano de Medicina do Esporte (ASCM. A avaliação da funcionalidade foi realizada com o uso dos Testes de Aptidão Física para Idosos (TAFI, o equilíbrio foi avaliado com a Escala de Berg e a qualidade de vida foi mensurada com o questionário SF-36. Os resultados apontaram melhora nos valores absolutos de todos os testes analisados, permitindo concluir acerca do potencial do programa de treinamento elaborado para a melhora da independência funcional de idosos. Esperamos que este estudo auxilie pesquisadores a dar continuidade à pesquisa e às ações envolvendo o uso do Nintendo Wii como ferramenta assistiva a idosos.

  3. A prática musical religiosa no Brasil e em Portugal na segunda metade do século XVIII: paralelo e fundamentação para a interpretação vocal da música de José Joaquim Emerico Lobo de Mesquita Religious musical practice in Brazil and Portugal in the second half of eighteenth century: parallels and basis for the vocal interpretation of the music of José Joaquim Emerico Lobo de Mesquita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Katya Beatriz de Oliveira

    2011-12-01

    Full Text Available Na busca da sonoridade histórica e estilisticamente embasada para a interpretação vocal da música sacra mineira da segunda metade do século XVIII e início do XIX, tornase necessário um paralelo com a música realizada em Portugal durante o século XVIII, que constate a influência desta sobre a música mineira setecentista. Neste artigo pretendemos investigar as similaridades estilísticas entre a música do compositor mineiro José Joaquim Emerico Lobo de Mesquita, particularmente no solo de soprano de sua Missa em Mi bemol, com o solo de soprano de uma Missa a cinco vozes do compositor David Perez e o primeiro movimento do moteto Care Deus si respiro, para soprano solo e cordas, de Niccolò Jommelli, compositores italianos da escola napolitana atuantes em Portugal na segunda metade do século XVIII. Temos como objetivo justificar a utilização de tratados europeus para a fundamentação dos aspectos interpretativos da música mineira.In order to achieve a historically and stylisticallybased vocal interpretation of the sacred music of Minas Gerais (Brazil in the second half of the eighteenth century and early nineteenth century, it is necessary to compare it with Portuguese music written during the same period, thus tracing the Portuguese influence in the Brazilian works. In this essay we intend to investigate the similarities in style between the music of the composer from Minas Gerais José Joaquim Emerico Lobo de Mesquita, particularly in the soprano solo of his Mass in E flat, and the soprano solo of a Mass for five voices by David Perez and the first movement of the motet Care Deus si respiro, for soprano solo and strings, by Niccoló Jommelli, Italian composers of the Neapolitan school who worked for the Portuguese court in the second half of the 18th century. We will therefore attempt to justify the use of historical European singing treatises to use as basis for the vocal performance of this music from Minas Gerais.

  4. Vocal Quality in Theater Actors.

    Science.gov (United States)

    D'haeseleer, Evelien; Meerschman, Iris; Claeys, Sofie; Leyns, Clara; Daelman, Julie; Van Lierde, Kristiane

    2017-07-01

    The purpose of this study was to investigate vocal quality, vocal complaints, and risk factors for developing voice disorders in theater actors. Secondly, the impact of one vocal performance on the voice was investigated by comparing objective and subjective vocal quality before and after a theater performance. Prospective study of the actors' voice prior to and after a performance METHODS: Speech samples of 26 theater actors (15 men, 11 women, mean age 41.9 years) were recorded before and after a theater performance of one and a half hour and analyzed using the software program Praat. Speech samples consisted of the combination of sustained phonation and continuous speech. For each speech sample, the Acoustic Voice Quality Index was calculated. Auditory perceptual evaluations were performed using the GRBASI scale. Questionnaires were used to inventory vocal symptoms and influencing factors. Acoustic analysis showed a mean Acoustic Voice Quality Index (AVQI) of 3.48 corresponding with a mild dysphonia. Fifty percent of the theater actors reported having (sometimes or regularly) vocal complaints after a performance. The questionnaire revealed a high presence of vocally violent behavior and poor vocal hygiene habits. Objective vocal quality, measured by the AVQI, did not change after a theater performance. The auditory perceptual evaluation of the overall grade of dysphonia showed a subtle amelioration of the vocal quality. The results of this study showed the presence of mild dysphonia, regular vocal complaints, and poor vocal hygiene habits in theater actors. A theater performance did not have an impact on the objective vocal quality. Copyright © 2017 The Voice Foundation. Published by Elsevier Inc. All rights reserved.

  5. Do vocal warm-up exercises alleviate vocal fatigue?

    Science.gov (United States)

    Milbrath, Rochelle L; Solomon, Nancy Pearl

    2003-04-01

    Vocal warm-up (WU) exercises of varying types and durations have been suggested as a way of improving vocal function. However, limited research has been conducted to assess the effects of vocal WU exercises on normal or disordered voices. This study attempted to manipulate vocal function, assessed by phonation threshold pressure (PTP) and self-perceived phonatory effort (PPE) at 3 pitches, in 8 young women who reported symptoms of chronic vocal fatigue. Predictions were that PTP and PPE would decrease after 20 min of vocal WU exercises, increase after 1 hr of loud reading, and decrease after 30 min of vocal silence. Furthermore, greater increases in PTP and PPE were expected when the loud-reading task was preceded by a placebo condition of vocal rest than by vocal WU exercises. Results failed to reveal statistically significant changes in PTP or PPE after any of the experimental tasks. High between-subject variability contributed to this result. Removal of 1 outlier from the sample resulted in a statistically significant difference for PTP across tasks, although post hoc pairwise comparisons failed to detect specific effects. Informal inspection of the data indicated that the most obvious difference was an increase in PTP after the loud-reading task at the highest pitch.

  6. Treinamento físico: considerações práticas e científicas Physical training: scientific and practical considerations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hamilton Roschel

    2011-12-01

    Full Text Available O treinamento físico é uma importante área de atuação profissional da Educação Física e do Esporte. Ela tem por objetivo precípuo, a melhoria do desempenho físico-esportivo através da aplicação de um processo organizado e sistemático composto por exercícios físicos. Nos últimos anos, os progressos tecnológicos e nos métodos de investigação científica nas diferentes subáreas relacionadas ao treinamento físico trouxeram um avanço significativo na obtenção deste objetivo. Neste artigo será discutido, do ponto de vista acadêmico-científico e também da prática profissional, o estado da arte do conhecimento associado à avaliação do treinamento, ao controle da carga de treinamento, aos modelos de organização da carga de treinamento e ao desenvolvimento das capacidades motoras. Esperamos que ao final, o leitor possa ter um bom entendimento destes diferentes componentes, como eles contribuem para a modificação do desempenho motor e como aplicá-los para a elaboração, implementação, avaliação e reformulação de programas de treinamento físico.Physical training is an important field of work for the Physical Education and Sport professional. Its main goal is to develop the physical capacity and sports performance of an individual by means of an organized and systematic application of physical exercises. In the past years, the technological progress in the scientific investigation within the different disciplines related to physical training have contributed a great deal towards the accomplishment of such goal. In this manuscript we discuss, from both an academic-scientific and from a practical application point-of-view, the state of the art of the knowledge associated with the physical training evaluation, loading control, loading scheming, and the development of physical abilities. Our goal is to provide a comprehensive overview of the different components of the physical training and how they contribute to

  7. Effects of vocalization on throwing

    OpenAIRE

    村川, 増代; 野老, 稔; Masuyo, Murakawa; Minoru, Tokoro

    2008-01-01

    Subjects were 15 female university track and field athletes. In an attempt to improve athletic performance, subjects were instructed to throw a medicine ball and put a shot with and without vocalization. In addition,grip strength was measured in order to clarify the effects of vocalization on throwing. The results showed that significant differences between with and without vocalization were observed for the standing shot put,front medicine-ball throw,and chest medicine ball throw. A signific...

  8. Efeitos agudos do treinamento concorrente sobre os níveis séricos de leptina e cortisol em adultos jovens sobrepesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iara S. Cruz

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo analisar os efeitos imediatos do treinamento concorrente sobre a leptina e os níveis de cortisol em adultos jovens com sobrepeso. MÉTODOS: Este estudo utilizou uma metodologia quase-experimental. Foram 20 indivíduos voluntários de ambos os sexos, divididos em um grupo sobrepesado treinamento (GST n = 10 e um grupo sobrepesado controle (n = 10. A coleta de sangue foi realizada com os indivíduos em repouso após jejum de 12 horas. Os níveis de leptina e cortisol foram analisados por radioimunoensaio e ensaio por quimioluminescência chimiluminescence antes e imediatamente após o treinamento. ANOVA two way foi utilizada para análise estatística com nível de significância de p < 0,05. RESULTADOS: Na análise da leptina sérica, observou-se diferença significativa intergrupos (GST x GSC nos momentos pré-intervenção (p = 0,02 e pós-intervenção (p = 0,01. Na análise intragrupos, não foram observadas alterações significativas. E na análise do cortisol sérico intergrupos (GST x GSC, foi observada uma diferença significativa nos momentos pré-intervenção (p = 0,01 e pós-intervenção (p = 0,01, porém, na análise intragrupos, não houve alterações significativas. CONCLUSÃO: Uma única sessão de treinamento concorrente não é suficiente para promover alterações agudas nos níveis de leptina e cortisol dos jovens adultos sobrepesados voluntários deste estudo.

  9. Treinamento auditivo acusticamente controlado em um indivíduo adulto após traumatismo cranioencefálico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Tortosa Marangoni Castan

    Full Text Available RESUMO A avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo tem sido uma importante ferramenta para o diagnóstico e monitoramento terapêutico de indivíduos pós traumatismo cranioencefálico. No presente relato de caso o paciente foi submetido à avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo pré e pós treinamento auditivo acusticamente controlado (TAAC e seis meses após a intervenção. O TAAC foi organizado em oito sessões, enfocando o treinamento das habilidades auditivas de ordenação temporal, fechamento auditivo e figura-fundo. Na avaliação pós TAAC foi observada melhora quanto aos processos gnósicos de codificação, organização e não verbal. Em relação à avaliação eletrofisiológica houve melhora na morfologia e na latência das ondas do potencial evocado auditivo de tronco encefálico e na amplitude do componente potencial evocado auditivo de longa latência (P300. Na reavaliação após 6 meses do TACC foi verificada estabilidade e melhora da avaliação comportamental e eletrofisiológica. O treinamento auditivo acusticamente controlado mostrou-se eficaz ao desenvolver e refinar diferentes habilidades auditivas como demonstrado na avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo e os benefícios mostraram-se estáveis no longo prazo.

  10. The effect of vocal tract impedance on the vocal folds

    DEFF Research Database (Denmark)

    Agerkvist, Finn T.; Selamtzis, Andreas

    2011-01-01

    The importance of the interaction between the acoustic impedance of the vocal tract with the flow across the vocal cords is well established. In this paper we are investigating the changes in vocal tract impedance when using the different modes of phonation according to Sadolin [1], going from...... the soft levels of the Neutral mode to the high levels of the fully ‘metallic’ Edge mode. The acoustic impedance of vocal tract as seen from the mouth opening is measured via a microphone placed close to the mouth when exciting the system with a volume velocity source [2]. At the same time a Laryngograph...... frontend is used to measure the electroglottograph signal which reflects the opening and closing pattern of the vocal folds. The measurements were carried out for all four modes (Neutral, Curbing, Overdrive and Edge) for the vowel [a] in three different pitches: C3(131 Hz), G3 (196 Hz) and C4 (262Hz...

  11. RECRUTAMENTO, SELEÇÃO E TREINAMENTO EM EMPRESAS DE TI: UMA AVALIAÇÃO DAS PRÁTICAS ADOTADAS PELAS EMPRESAS DE LAVRAS

    OpenAIRE

    Nunes, Eryclis Miguel; Universidade Federal De Lavras; Vilas Boas, Ana Alice

    2016-01-01

    Esta pesquisa busca avaliar as práticas de Gestão de Pessoas, mais precisamente Recrutamento, Seleção e Treinamento nas empresas de Tecnologia da Informação (TI) do município de Lavras e entender seu inter- relacionamento com os serviços prestados por estas empresas. Para tanto, buscou-se entender como as empresas gerenciam essas atividades de Administração de Recursos Humanos (ARH) ou Gestão de Pessoas (GP), principalmente em termos de capacitação para atendimento às demandas das empresas cl...

  12. TREINAMENTO COMO FATOR DE MUDANÇA DE ATITUDE DOS PROFISSIONAIS DE UMA OPERADORA PORTUÁRIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Zaher Rosa Paul

    2015-01-01

    Full Text Available Este trabalho foi desenvolvido em uma operadora portuária que acabava de entrar em processo de privatização e precisava modernizar-se. Em contrapartida, os profissionais não estavam tão dispostos e nem mesmo preparados para enfrentar tantas mudanças, até mesmo por serem trabalhadores portuários com perfil diferenciado. O estudo de caso retrata a ação desenvolvida em uma operadora portuária no Porto de Santos, que envolve o treinamento intensivo para obter a mudança de comportamento necessária e se tornar competitiva, aproveitando seus talentos internos, investindo na melhoria dos aspectos motivacionais e no relacionamento entre as pessoas.

  13. ANÁLISE DO NÍVEL DE TREINAMENTO DOS TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL NA CIDADE DE MONTEIRO-PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Moraes Sobrinho

    2017-01-01

    Full Text Available A construção civil é uma área que apresenta grande importância econômica para o país. A área de construção requer os mais variados tipos de conhecimentos e competências técnicas e conceituais. O objetivo deste trabalho foi analisar o nível de treinamento dos trabalhadores da construção civil em Monteiro-PB. A relevância do trabalho reside no fato d o treinamento ser uma estratégia que pode agregar vantagem competitiva às organizações e estimular a redução de possíveis patologias, bem como ajudar a reduzir custos e retrabalhos. A pesquisa, delineada como estudo de campo, utilizou entrevistas com gestores da construção da cidade de Monteiro-PB e formulários aplicados junto aos trabalhadores do nível operacional, para um diagnóstico mais preciso. Os dados foram coletados na primeira quinzena de março de 2016. Os dados apontam para a falta de capacitação, treinamentos e estímulos ao desenvolvimento para os trabalhadores da construção na região. Conclui-se que os gestores de obras de Monteiro-PB ainda não dão o devido valor ao desenvolvimento de competências que poderão conduzir suas empresas a maiores níveis de competitividade e que os trabalhadores ainda carecem de estratégias para sua formação e desenvolvimento profissional, o que pode, a médio prazo, afetar a sua empregabilidade.

  14. Efeito do treinamento proprioceptivo no equilíbrio de atletas de ginástica rítmica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marianne Lamb

    2014-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A ginástica rítmica (GR é uma modalidade esportiva que combina arte a gestos biomecânicos de alta complexidade, que requer alto nível de desenvolvimento de qualidades físicas como: agilidade, flexibilidade, força, impulsão e destreza. Nessa modalidade, estudos comprovam que as lesões mais frequentes ocorrem nas articulações do joelho e tornozelo e, em alguns casos, nas extremidades do punho, sendo os entorses as mais registradas, principalmente em atletas de nível de competição. Diante disso, a propriocepção e o controle muscular possuem papel fundamental na estabilidade articular dinâmica, já que após lesões ortopédicas algumas características sensório-motoras são alteradas e devem ser o foco de programas de reabilitação para que se obtenha melhor retorno às atividades como antes da lesão. OBJETIVO: Avaliar o efeito do treinamento proprioceptivo sobre o equilíbrio postural de atletas de ginástica rítmica, a partir da utilização da plataforma de força. MÉTODOS: Foi realizado um treinamento proprioceptivo no período de 2 meses, subdividido em três fases, com progressão da complexidade dos exercícios a cada fase de treinamento. RESULTADOS: Podemos observar que houve uma melhora significativa dos resultados da última fase do treinamento, quando foram utilizados exercícios de maior complexidade e agilidade, de acordo com o protocolo. CONCLUSÃO: Por se tratarem de atletas de GR de alto desempenho e apresentarem predomínio de atividades em apoio unipodal, os protocolos de propriocepção devem ser mais intensos, gerando um maior nível de perturbações e desequilíbrios posturais.

  15. Nível de desidratação após treinamento de ciclismo indoor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Nery

    2014-07-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A desidratação no ciclismo indoor é um tema pouco estudado na literatura. OBJETIVO: Verificar o nível de desidratação dos praticantes de ciclismo indoor após a atividade, assim como a presença de proteínas na urina. MÉTODOS: Foram recrutados 30 homens (25,5 ± 3,9 anos, praticantes de ciclismo indoor, que realizaram um treinamento de 50 minutos de ciclismo indoor de característica intermitente: a 5 minutos de aquecimento sem carga e com alta velocidade; b 40 minutos de treinamento intermitente (alternando seis ciclos intensos de 5 minutos e cinco ciclos leves de 3 minutos; c cinco minutos de volta à calma sem carga e com regressão da velocidade. Para a verificação do estado de hidratação, foram avaliados: massa corporal, desidratação relativa e absoluta, grau de desidratação, taxa de sudorese e densidade da urina. A intensidade do treino foi verificada por meio da frequência cardíaca e percepção subjetiva de esforço. RESULTADOS: A perda de massa corporal após o treinamento foi significativa (0,523 ± 0,362 kg e correspondeu a um percentual de desidratação de 0,69 ± 0,47%. Nenhum sujeito apresentou nível elevado de desidratação. Com relação à perda proteica na urina, 83,3% dos sujeitos apresentaram baixo nível de proteínas na urina, enquanto 16,7% apresentaram níveis moderados. CONCLUSÃO: A desidratação e a perda de proteínas na urina apresentaram baixos níveis após o treinamento de ciclismo indoor.

  16. Treinamento aeróbio intenso promove redução da pressão arterial em hipertensos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafaella Zulianello dos Santos

    2015-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O treinamento físico promove importantes respostas adaptativas no organismo que diminuem a morbidade e a mortalidade em hipertensos. Entretanto, são poucos os estudos que avaliaram a resposta pressórica do treinamento aeróbio de diferentes intensidades em hipertensos. Objetivo: Analisar os efeitos do treinamento físico aeróbio intenso com relação ao treinamento físico moderado sobre a pressão arterial ambulatorial em hipertensos.MÉTODOS: Participaram do estudo 32 hipertensos (48 ± 9 anos randomizados como: grupo de treinamento aeróbio de intensidade moderada (IM, intensidade de 60-65% da frequência cardíaca de reserva, 40 minutos, três sessões por semana (n=12; exercício aeróbio de alta intensidade (AI, intensidade de 80% a 85% da frequência cardíaca de reserva (n=12, com a duração ajustada para atingir o mesmo gasto energético que a IM e um grupo controle (GC sem exercícios (n=10. Nos três grupos foram avaliadas variáveis da monitorização ambulatorial da pressão arterial de 24 horas (MAPA antes e após as oito semanas de intervenção.RESULTADOS: Após a intervenção a pressão arterial sistólica (PAS da vigília reduziu 10,1 mmHg (p=0,024 em AI e 9,7 mmHg (p=0,035 em IM e a pressão arterial diastólica (PAD da vigília reduziu 12,3 mmHg (p=0,002 em AI e 8,4 mmHg (p<0,001 em IM. A PAS do sono reduziu 9,5 mmHg (p=0,004 apenas em AI e 9,8 mmHg (p=0,005 em IM. A PAD do sono reduziu 8,2 mmHg (p=0,006 em AI e 4,8 mmHg (p<0,007 em IM. As cargas pressóricas sistólicas e diastólicas da vigília e do sono reduziram-se significativamente apenas em AI.CONCLUSÃO: Treinamento físico aeróbio moderado e intenso com duração equalizada pelo gasto calórico tem efeito hipotensor semelhante em hipertensos. A carga pressórica reduziu apenas na AI, sendo assim intensidade-dependente.

  17. Avaliação de treinamentos a distância: relações entre estratégias de aprendizagem e satisfação com o treinamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gardênia da Silva Abbad

    2010-04-01

    Full Text Available Estudos sobre a capacidade de os alunos gerirem seus próprios processos de aprendizagem tornam-se necessários à medida que as tecnologias da informação e comunicação são inseridas no campo do treinamento organizacional e transferem para os estudantes as responsabilidades anteriormente atribuídas aos professores. Este artigo, assim, analisa as relações entre estratégias de aprendizagem e satisfação com treinamentos. Realizada em uma organização pública, esta pesquisa abarcou 216 participantes de cinco cursos realizados a distância. Os dados coletados por meio de questionários aplicados no último dia de curso evidenciaram padrões de associação entre determinadas estratégias cognitivas de aprendizagem e satisfação com o desempenho da tutoria, com os procedimentos e os resultados e com a interface gráfica do curso. Apesar de não haver indícios sobre a direção dessas associações, especula-se que cursos adequadamente programados e que contem com tutoria ativa conduzem ao uso de estratégias úteis ao armazenamento, à recuperação e à utilização de informações.

  18. The cross-sectional area of the superficial digital flexor tendon of trained and untrained Thoroughbred racehorses Área transversal do tendão flexor digital superficial de cavalos Puro Sangue Inglês de corrida em treinamento e sem treinamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Guiomar Matos Santiago Reis

    2010-08-01

    Full Text Available Twenty Thoroughbred racehorses were ultrasonographically evaluated to determine the relation between normal values of the cross-sectional area (CSA of the right and left forelimbs superficial digital flexor tendons (SDFT in the metacarpal region for trained and untrained Thoroughbreds racehorses. Ultrasonography revealed that CSA at 26cm distal to the accessory carpal bone is larger than other proximal levels, for either left or right forelimbs. In addition, the CSA at 2, 4, 6, 8, 10, 12 and 14cm distal to the accessory carpal bone of the left forelimb are larger (P0.05 between left and right forelimb for CSA of the SDFT, at any level, for either trained or untrained horses, and there was no significant difference between untrained or trained horses for the CSA of right forelimb. In conclusion, the CSA of the left forelimb SDFT for horses that had been in continuous race training remains larger when they were trained anticlockwise, contrary to horses that had not been training for more than one year.Vinte cavalos da raça Puro Sangue Inglês de corrida foram submetidos a exame ultrassonográfico, com o intuito de determinar a relação entre os valores normais da área do tendão flexor digital superficial (TFDS na região metacarpiana dos membros torácicos direito e esquerdo, em cavalos com e sem treinamento. O exame ultrassonográfico revelou que a área do tendão 26cm distal ao osso acessório do carpo é maior em comparação com as alturas proximais, tanto nos membros torácicos esquerdos, como nos membros torácicos direitos. Além disso, a área do TFDS nas alturas 2, 4, 6, 8, 10, 12 e 14cm, no membro torácico esquerdo, é maior (P0,05 nas áreas do TFDS entre os membros torácicos direito e esquerdo, tanto para os animais em treinamento, como para os animais sem treinamento. Também não foi encontrada diferença significativa em comparação com o membro direito dos cavalos em treinamento e sem treinamento. Conclui-se que os cavalos

  19. Efeitos do treinamento aeróbio sobre o perfil lipídico de ratos com hipertireoidismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Valle Pedroso

    2012-08-01

    Full Text Available Há poucos estudos analisando a importante relação entre o exercício físico, agudo e crônico, e alterações metabólicas decorrentes do hipertireoidismo. O objetivo do presente estudo foi analisar o efeito de quatro semanas de treinamento aeróbio sobre o perfil lipídico de ratos com hipertireoidismo experimental. Foram utilizados 45 ratos da linhagem Wistar, divididos aleatoriamente em quatro grupos: Controle Sedentário (CS - administrados com salina durante o período experimental, não praticaram exercício físico (n = 12; Controle Treinado (CT - administrados com salina, participaram do treinamento (n = 11; Hipertireoidismo Sedentário (HS - induzidos ao hipertireoidismo, não praticaram exercício físico (n = 12; e Hipertireoidismo Treinado (HT - induzidos ao hipertireoidismo, participaram do treinamento (n = 10. O treinamento aeróbio teve duração de quatro semanas, cinco vezes na semana, com duração de uma hora por sessão. Após o término do período experimental todos os ratos foram anestesiados em câmara de CO2 até sua sedação. Coletaram-se amostras de sangue para dosagem de colesterol total, triglicerídeos, HDL-colesterol e LDL-colesterol e hormônio T3; e amostras do coração, fígado, músculo gastrocnêmio e tecido adiposo das regiões mesentérica, retroperitonial e subcutânea para pesagem e dosagem de triglicerídeos. Para análise estatística utilizou-se ANOVA two-way, seguida do post hoc LSD de Fischer. Observaram-se menores valores de AGL no grupo HS quando comparado ao CS. O grupo HS teve nível de triglicerídeos significativamente superior nas regiões mesentérica, do gastrocnêmio e retroperitonial quando comparado com os grupos CS e CT, e apenas o tecido adiposo da região retroperitonial apresentou diferenças significativas na qual o grupo HT apresentou menor peso quando comparado com o grupo CS. Pode-se concluir que os ratos hipertireoidicos apresentaram perfil lipídico diferente dos ratos

  20. Prevenção de escara de decúbito: avaliação de programa de treinamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Goretti Angarten

    1983-03-01

    Full Text Available A incidência de escara de decúbito no Hospital Osvaldo Cruz (SP era 14,6%. Este índice justificou o treinamento de pessoal de enfermagem em prevenção de escara. O treinamento compreendeu aula teórico-prática abordando minuciosamente técnica de Mudança de decúbito (MDec e Massagem de conforto (MCon. Um mês após, a incidência era 20%. Desses 22 pacientes com escara, apenas 6 eram submetidos a MDec e MCon. Estas observações sugerem que o domínio da técnica de MDec e MCon não é suficiente para prevenção de escara. Sugerem os autores a adoção de avaliação padronizada pelo enfermeiro do risco de o paciente desenvolver escara, e associação no hospital do decúbito ao horário visando facilitar a supervisão desses cuidados pelo enfermeiro.

  1. Core stability training methods Métodos de treinamento da estabilização central

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel Felipe Pioli de Freitas

    2010-10-01

    Full Text Available With the need for the theoretical-empirical basis expansion of the core stability concept, already in progress in the therapeutic repertoire, mainly within the scope of Manual Therapy and Sports Physiotherapy, the demand of work that could bring, the methods of training for core stability was observed. As the low back pain affects or will affect 80% of people all over the world, this therapeutic method has shown effective results in several studies. In this article, several studies were collected from different databases (Scielo, Bireme, Cochrane as well as from our personal archive, in the period from 1987 to 2008. Despite the increase of this subject in Physiotherapy, there is a lack of randomized studies with controlled variables, which could enable exercises that are used empirically to be finally accepted scientifically. Therefore, core stability is an excellent therapeutic method used in several clinical situations, from beginning to the end of a treatment. However, more studies about the core stability training method are suggested. A necessidade de uma ampliação da base teórico-empírica do conceito de estabilização central, por ser uma realidade no arsenal terapêutico, principalmente no âmbito da Terapia Manual e Fisioterapia Desportiva, torna urgente a elaboração de um artigo que traga os métodos de treinamento da estabilização central. Como a lombalgia afeta ou afetará 80% das pessoas de todo o mundo, este método terapêutico mostrou-se eficaz em vários estudos. Para este artigo de revisão, foram utilizados artigos de 1987 a 2008, pesquisados em vários bancos de dados (Scielo, Bireme, Cochrane, além do acervo pessoal. Observou-se que apesar deste assunto estar em ascensão dentro da Fisioterapia, faltam estudos de base aleatória com variáveis controladas, para que mais exercícios usados empiricamente sejam finalmente aceitos cientificamente. Portanto, a estabilização central é um excelente método terap

  2. EFEITOS DO TREINAMENTO EM JOGOS REDUZIDOS COM INFERIORIDADE NUMÉRICA NO FUTEBOL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor Hugo de Siqueira Montalvão

    Full Text Available RESUMO Introdução: Os jogos reduzidos são altamente eficientes, pois permitem a simulação de movimentos que ocorrem durante uma partida e geram melhor resposta fisiológica, perceptiva e técnico-tática. Objetivo: Comparar os efeitos do treinamento de jogos reduzidos com inferioridade numérica 3 vs. 4 e 4 vs. 5 sobre a variação da frequência cardíaca, percepção subjetiva de esforço e teste de atenção concentrada em atletas de futebol. Métodos: A amostra foi composta por 10 indivíduos do sexo masculino, com idade entre 17 e 24 anos. Para análise da frequência cardíaca média e máxima durante os jogos com campo reduzido e o coletivo foram utilizados monitores de frequência cardíaca e, para determinar a percepção subjetiva de esforço, utilizou-se de uma adaptação da escala de Borg. Também foi usado o teste de atenção concentrada. Resultados: Os resultados demonstram que os métodos de treino apresentam diferenças no teste de atenção concentrada (p < 0,004. A frequência cardíaca média (p < 0,121, máxima (p < 0,404 e a percepção de esforço (p < 0,639 não apresentam diferenças entre os métodos de treinamento. Conclusão: Concluímos que os jogos reduzidos com inferioridade numérica melhoram os resultados do teste de atenção concentrada.

  3. Efeitos do treinamento físico com o uso da Thera-band® sobre variáveis físicas e antropométricas de bailarinas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Borba de Assunção Santiago

    2015-09-01

    Full Text Available O ballet é uma modalidade que requer grande aptidão física dos praticantes; assim, o desenvolvimento de capacidades físicas específicas para a prática de ballet se torna de grande importância na execução e performance desta modalidade de dança. Existem várias formas de desenvolver e treinar tais capacidades físicas e dentre os métodos mais novos está o uso de Thera-Band®. Entretanto, ainda existem poucos estudos que abordem esta metodologia de trabalho. Objetivo: avaliar os efeitos do treinamento físico com Thera-Band® sobre variáveis físicas e antropométricas de bailarinas, como flexibilidade, resistência e potência muscular de membros superiores e inferiores, composição corporal e Índice de Massa Corporal. Método: participaram do estudo 9 bailarinas divididas em 2 grupos: Grupo Controle (GC n=4 e Grupo Experimental (GT n=5, o qual realizou o treinamento. Os procedimentos de coleta de dados incluíram avaliações das capacidades físicas e antropométricas estudadas (pré-teste, treinamento de 12 semanas e reavaliação destas mesmas capacidades (pós-testes. As capacidades físicas e antropométricas avaliadas foram escolhidas de forma a englobar aquelas mais trabalhadas em aulas de ballet. Resultados: o treinamento promoveu melhora da resistência de membros superiores (GC=12,25±3,86 repetições e GT=21,4±4,82 repetições e da flexibilidade (GC=35,85±3,39cm e GT=40,28±2,22cm. Não houve diferença intergrupo ou intragrupo nas demais variáveis. Considerações finais: o treinamento com Thera-Band® pode ser uma ferramenta importante no treinamento de bailarinas e eficiente para aumentar a flexibilidade corporal e a resistência dos membros superiores em bailarinas adultas. Vale destacar que um treinamento de maior tempo com a Thera-Band® talvez pudesse produzir resultados também nas variáveis da composição corporal.

  4. Eficacia de la reeducación vocal en diez

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alba Gutiérrez

    2012-06-01

    Full Text Available El programa de rehabilitación vocal debe basarse en un diagnóstico funcional siendo indispensable lainformación que la estroboscopia proporciona para diseñar un programa de terapia específico. Losequipos de Foniatría y Logopedia colaboran en este diseño e intervención, lo que reduce la duración deltratamiento con un mejor rendimiento y menor coste para el sistema sanitario. Para verificar la eficacia dela rehabilitación con 10 sesiones de tratamiento, se realiza un estudio con pacientes tratados por unequipo formado por un Foniatra y dos Logopedas. Se realiza una evaluación pre y post-tratamiento conherramientas subjetivas y objetivas: cuestionario de confort vocal, examen perceptual de la voz y análisisacústico. Los resultados avalan la eficacia del tratamiento realizado en tan solo diez sesiones.

  5. Cervids With Different Vocal Behavior Demonstrate Different Viscoelastic Properties of Their Vocal Folds

    OpenAIRE

    Riede, Tobias; Lingle, Susan; Hunter, Eric J.; Titze, Ingo R.

    2010-01-01

    The authors test the hypothesis that vocal fold morphology and biomechanical properties covary with species-specific vocal function. They investigate mule deer (Odocoileus hemionus) vocal folds, building on, and extending data on a related cervid, the Rocky Mountain elk (Cervus elaphus nelsoni). The mule deer, in contrast to the elk, is a species with relatively little vocal activity in adult animals. Mule deer and elk vocal folds show the typical three components of the mammalian vocal fold ...

  6. Vocal therapy of hyperkinetic dysphonia.

    Science.gov (United States)

    Mumović, Gordana; Veselinović, Mila; Arbutina, Tanja; Škrbić, Renata

    2014-01-01

    Hyperkinetic (hyperfunctional) dysphonia is a common pathology. The disorder is often found in vocal professionals faced with high vocal requirements. The objective of this study was to evaluate the effects of vocal therapy on voice condition characterized by hyperkinetic dysphonia with prenodular lesions and soft nodules. The study included 100 adult patients and 27 children aged 4-16 years with prenodular lesions and soft nodules. A subjective acoustic analysis using the GIRBAS scale was performed prior to and after vocal therapy. Twenty adult patients and 10 children underwent objective acoustic analysis including several acoustic parameters. Pathological vocal qualities (hoarse, harsh and breathy voice) were also obtained by computer analysis. The subjective acoustic analysis revealed a significant (pdysphonia parameters after vocal treatment in adults and children. After treatment, all levels of dysphonia were lowered in 85% (85/100) of adult patients and 29% (29/100) had a normal voice. Before vocal therapy 9 children had severe, 13 had moderate and 8 slight dysphonia. After vocal therapy only 1 child had severe dysphonia, 7 had moderate, 10 had slight levels of dysphonia and 9 were without voice disorder. The objective acoustic analysis in adults revealed a significant improvement (p≤0.025) in all dysphonia parameters except SD FO and jitter %. In children, the acoustic parameters SD FO, jitter % and NNE (normal noise energy) were significantly improved (p=0.003-0.03). Pathological voice qualities were also improved in adults and children (pdysphonia with prenodular lesions and soft nodules in both adults and children, affectinq diverse acoustic parameters.

  7. Affiliative processes and vocal development.

    Science.gov (United States)

    Snowdon, C T

    1997-01-15

    Affiliative behavior is often expressed through communication, and the nature of affiliative interactions affects the ontogeny of communication. I presented three phenomena that demonstrate the importance of affiliation in vocal development in marmosets and tamarins, but the results have parallels in many other species including birds, dolphins, and humans. Pygmy marmosets use trill-like vocalizations to maintain contact with other group members. Individuals change subtle aspects of call structure when they encounter new social groups or acquire a new mate. This process of vocal accommodation is common in many other species. Infant pygmy marmosets go through a stage of "babbling." producing long sequences of vocalizations that have several similarities to the babbling of human infants. Babbling infants receive more social attention than nonbabbling infants, and these social interactions may shape vocalizations towards more adult forms. In adult cotton-top tamarins, food-associated vocalizations communicate the presence and quality of food. However, reproductively inhibited juveniles and subadults use many other types of calls in feeding situations and display a high proportion of imperfect forms of adult food-associated calls. When subadult monkeys are paired with new mates and change their reproductive status, they rapidly (within 3-6 weeks) display both adult structure and adult usage of food-associated calls, suggesting that affiliative processes can both facilitate and inhibit vocal ontogeny. Three mechanisms of how social interactions affect communication (multimodal stimulation, attentional focus, and reinforcement) were proposed and illustrated through examples of parrots learning English labels for objects and attributes and infant cotton-top tamarins acquiring food-associated vocalizations.

  8. Respostas psicobiológicas agudas do treinamento resistido com diferentes níveis de interação social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.V.L.S. Teixeira

    2018-04-01

    Full Text Available Resumo: Objetivo: Comparar respostas psicobiológicas e perceptuais agudas em homens normotensos e hipertensos, após sessões de treinamento resistido com diferentes níveis de interação social: treinamento resistido manual e treinamento resistido com pesos livres. Método: Vinte e seis homens (14 normotensos, 40.29 ± 8.63 anos, índice de massa corporal: 26.53 ± 5.24 kg/m2; 12 hipertensos, 46.00 ± 9.13 anos, índice de massa corporal: 32.51 ± 4.41 kg/m2 foram submetidos a sessões únicas de treinamento resistido manual e treinamento resistido com pesos livres. Foram aferidos ansiedade e humor nos momentos pré e pós‐intervenção. Adicionalmente, foi aplicado um questionário para identificar pontos positivos e negativos das intervenções. Para análise dos resultados, utilizou‐se ANOVA two‐way e post‐hoc de Bonferroni. Adotou‐se nível de significância de 5%. Para ansiedade e humor, também foi utilizada análise do tamanho do efeito. A análise do questionário qualitativo considerou a frequência de pontos positivos e negativos relatados pelos voluntários. Resultados: Nenhuma intervenção foi eficiente em diminuir significativamente os valores iniciais de ansiedade; no entanto, o treinamento resistido manual apresentou maior magnitude de diminuição no tamanho do efeito. Nos fatores negativos do humor, o treinamento resistido manual também proporcionou maiores magnitudes para diminuição no tamanho do efeito. O treinamento resistido manual teve mais pontos positivos e menos pontos negativos mencionados pela amostra, em relação ao treinamento resistido com pesos livres. Conclusão: O nível de interação social parece influenciar positivamente as respostas psicobiológicas agudas do treinamento resistido, e o treinamento resistido manual parece ser uma alternativa viável para esse objetivo. Resumen: Objetivo: Comparar las respuestas psicobiológicas y percepcionales agudas en hombres normotensos e

  9. Treinamento aerobio e resistido, qualidade de vida e capacidade funcional de hipertensas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Inacio Rolim Povoa

    2014-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Pacientes hipertensos podem apresentar comprometimento da qualidade de vida (QV e da qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS, tanto pela hipertensão arterial (HA, quanto pelos eventuais efeitos adversos do tratamento. Exercícios físicos, aeróbios e resistidos, melhoram a performance cardiorrespiratória e neuromuscular, mas há poucas evidências sobre seus efeitos na QV, QVRS e capacidade funcional (CF em mulheres hipertensas. OBJETIVO: Avaliar e comparar os efeitos dos treinamentos aeróbio e resistido sobre a QV, QVRS e a capacidade funcional em hipertensas. MÉTODOS: Ensaio clínico randomizado, cego, com total de 18 sessões de exercícios. Foram incluídas mulheres hipertensas sob tratamento medicamentoso, não participantes de programas de exercícios, com 50 anos de idade ou mais, que não apresentaram arritmias e/ou alterações isquêmicas em teste ergométrico (protocolo de Bruce. A amostra foi randomizada como segue: grupo aeróbio (GA (n = 21 e grupo resistido (GR (n = 20. Intensidade GA: leve a moderada (Escala de Borg adaptada; GR: até 50-65% de 1 RM. Duas séries com 12 a 15 repetições. Antes e após a intervenção foram aplicados os questionários WHOQOL-bref (QV e SF-36 (QVRS e realizado o teste de caminhada de 6 minutos (TC6` para avaliar a CF. Estatística: testes Shapiro-Wilk, t de Student, Fisher, U de Mann-Whitney e Wilcoxon. Nível de significância: p 0,05. Após a intervenção houve melhora significativa em todos os domínios do WHOQOL-bref no GA e no GR houve melhora no domínio aspectos físicos. No SF-36, constatou-se melhora significativa em sete de oito domínios tanto no GA quanto no GR. Capacidade funcional: verificou-se melhora nos dois grupos (p < 0,001. CONCLUSÃO: Os dois tipos de treinamento melhoraram a QV e a CF e, dependendo dos objetivos estabelecidos, ambos podem ser eficazes.

  10. Treinamento muscular respiratório em pacientes em desmame da ventilação mecânica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda dos Santos Pascotini

    2014-04-01

    Full Text Available Introdução: A fraqueza da musculatura respiratória é uma das principais causas da dificuldade e/ou insucesso no desmame. Para minimizar os efeitos da ventilação mecânica (VM prolongada, os fisioterapeutas utilizam o treinamento muscular respiratório, sendo o Threshold IMT® o método mais utilizado. Objetivo: Avaliar a eficácia do treinamento muscular respiratório com o uso do aparelho Threshold IMT®, sobre parâmetros respiratórios de pacientes em desmame da VM. Métodos: Os pacientes foram distribuídos aleatoriamente em grupo controle e grupo experimental (GI e GII. Foram avaliados no primeiro dia do início do desmame quanto à força muscular respiratória: Pressão inspiratória máxima/Pressão Expiratória Máxima (PImáx/PEmáx, volume corrente (VC, frequência respiratória (FR e cardíaca (FC. Diariamente, durante sete dias, o GI recebeu três sessões de fisioterapia convencional e o GII realizou, adicionalmente, treinamento muscular respiratório (TMR com o Threshold IMT®, uma vez ao dia, no período da tarde, conectado à traqueostomia, sendo três séries de dez repetições com carga de 20% da PImáx. Os dados foram tratados estatisticamente, adotando-se o nível de significância α=0,05. Resultados: Observou-se aumento (p=0,02 na FR e redução da PImáx (p=0,04 no GI, demonstrando aumento do trabalho respiratório e perda de força muscular entre o primeiro e sétimo dia de desmame. No GII, as variáveis não sofreram alterações significativas, observando-se a manutenção da função respiratória. Conclusão: Sendo assim, o TMR foi benéfico, garantindo a manutenção dos parâmetros respiratórios, podendo ser um aliado para o desmame.

  11. Câncer: benefícios do treinamento de força e aeróbio

    OpenAIRE

    Nascimento, Elaine Batista do; Leite, Richard Diego; Prestes, Jonato

    2011-01-01

    O objetivo do presente estudo foi analisar os benefícios do treinamento de força e aeróbio durante e após o tratamento de pacientes com câncer. Para esta revisão foram utilizados periódicos das bases de dados PubMed, MEDLINE, SciELO e LILACS. A partir das evidências científicas apresentadas pelos estudos, destaca-se que o exercício físico melhora a capacidade funcional, a composição corporal, a atividade das células matadoras naturais (NK), o estado de humor e a qualidade de vida de pacientes...

  12. Efeito do treinamento físico aeróbio nas respostas cardiovasculares de ratos hipertensos tratados com betabloqueador ou inibidor direto da renina

    OpenAIRE

    Karla Fabiana Goessler

    2012-01-01

    A hipertensão arterial é considerada como um fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Os betabloqueadores e o inibidor direto da renina (IDR) são uma alternativa de tratamento, por reduzir os valores da pressão arterial (PA) de repouso, assim como a prática regular de exercício físico. Os objetivos do estudo foram: 1) Determinar um protocolo de hipertensão, com bloqueio do óxido nítrico, e um protocolo de treinamento; 2) Verificar o comportamento da pressão arterial ...

  13. Efeitos do treinamento físico no controle reflexo da pressão arterial e estresse oxidativo de ratos espontaneamente hipertensos

    OpenAIRE

    Mariane Bertagnolli

    2004-01-01

    A hipertensão é uma doença multifatorial pela interação de vários mecanismos fisiopatológicos, sendo considerada um importante fator de risco para outras doenças cardiovasculares. Uma vez que o exercício tem sido recomendado com uma forma de tratamento antihipertensivo, buscou-se avaliar os efeitos do treinamento físico nos sistemas reguladores da pressão arterial (PA) e no seu controle reflexo, e sua correlação com o estresse oxidativo de ratos espontaneamente hipertensos (SHR). Assim, este ...

  14. Influência do treinamento resistido na qualidade de vida de idosas com hipertensão arterial sistêmica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rudolfo Hummel Gurgel Vieira

    2012-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A hipertensão arterial sistêmica (HAS é um dos principais problemas de saúde pública em todo o mundo, afetando principalmente mulheres idosas. O hipertenso pode ter sua qualidade de vida (QV prejudicada em função das comorbidades inerentes à doença em questão. Dessa forma, o treinamento resistido (TR vem sendo cada vez mais recomendado como terapêutica não-farmacológica dessa moléstia, uma vez que contribui para redução de incapacidades em indivíduos com e sem doenças cardiovasculares. OBJETIVO: Avaliar a QV, dada pelos questionários genérico (SF-36 e específico (MINICHAL, em idosas hipertensas controladas submetidas a programa de treinamento resistido. MÉTODOS: O TR foi realizado durante oito semanas, três vezes por semana, em dias alternados. A intensidade do treinamento foi periodizada ao longo do treinamento. Para avaliação da QV, utilizaram-se os questionários SF-36 e MINICHAL, antes e após o programa de TR. Na análise estatística utilizaram-se os testes Kolmogorov-Smirnov para verificar a normalidade dos dados, bem como o t de Student, considerando significativo p < 0,05. RESULTADOS: A análise do SF-36 mostrou um aumento no valor médio de quase todas as variáveis analisadas, contrapondo-se apenas aos domínios aspectos sociais e saúde mental. Houve diferença significativa com relação ao estado geral de saúde (EGS (p = 0,02. Para o MINICHAL não foi observada diferença significativa nos domínios analisados, embora tenha apresentado redução do valor médio de todos os quesitos analisados. CONCLUSÃO: Nossos dados sugerem que o TR mostrou-se eficaz com relação ao domínio EGS pertencente ao SF-36. Em contrapartida, não foram evidenciadas alterações na QV das idosas quando avaliadas com o questionário específico MINICHAL.

  15. Efeitos de dois programas de treinamento em piscina funda nas respostas cardiorrespiratórias, neuromusculares e no equilíbrio de idosos

    OpenAIRE

    Ana Carolina Kanitz

    2013-01-01

    O crescimento acelerado da população idosa juntamente com o aumento da procura por atividades físicas tem motivado cada vez mais estudos que envolvam treinamento e o idoso. A corrida em piscina funda parece ser uma alternativa interessante para essa população, uma vez que não possui impacto nos membros inferiores possibilitando que o indivíduo se exercite em grandes cargas aeróbias com menor risco de lesão. Desta forma, o objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos de dois programas de...

  16. Incapacidad vocal en docentes de la provincia de Huelva Voice handicap in Huelva's teachers

    OpenAIRE

    Francisco Javier Barbero-Díaz; Carlos Ruiz-Frutos; Amaranto del Barrio Mendoza; Eladia Bejarano Domínguez; Antonio Alarcón Gey

    2010-01-01

    Introducción: La prevalencia de trastornos de la voz en docentes en nuestro entorno se sitúa entre el 34% y 57%. Desde el año 2006 la patología por nódulos de las cuerdas vocales se considera enfermedad profesional. El Índice de Incapacidad Vocal es una herramienta validada para valorar el menoscabo asociado a la disfonía que percibe la persona. Objetivos: Valorar el impacto de la disfonía y las posibles diferencias en la incapacidad vocal entre factores relacionados con la disfonía. Material...

  17. Fatores relacionados com as respostas da testosterona e do cortisol ao treinamento de força Factors concerned with the testosterone and cortisol response to strength training

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Lusa Cadore

    2008-02-01

    Full Text Available Esse artigo visa revisar os resultados encontrados na literatura a respeito dos diversos fatores relacionados com a resposta hormonal aguda e crônica ao treinamento de força. Foi observado que existe uma estreita relação entre a treinabilidade de indivíduos submetidos ao treinamento de força e os níveis circulantes de testosterona nesses sujeitos. Além disso, outros parâmetros hormonais, tais como as razões entre a testosterona e sua proteína carreadora e entre a testosterona com o cortisol, também foram relacionados com a capacidade de aumento de força. Diversos fatores ligados à sessão de treino, além das características da população investigada, influenciam a resposta hormonal aguda e crônica ao treinamento. Entre esses fatores, o volume e a intensidade são as principais variáveis ligadas à magnitude dessa resposta. A determinação de quais fatores possam estar estreitamente relacionados com a resposta hormonal ao treinamento de força pode ser importante para o estabelecimento de uma sessão de treino e uma periodização que otimizem o ambiente anabólico determinado pelas concentrações de testosterona e cortisol, e, dessa forma, maximizar os ajustes neuromusculares decorrentes desse tipo de treinamento.This study aims to review the results found in the literature concerning a variety of factors related to the acute and chronic hormonal response to strength training. It has been observed that there is a close relationship between the trainability of individuals submitted to strength training and the circulating testosterone levels in these subjects. Moreover, other hormonal parameters, such as the ratios between testosterone and its binding protein and between testosterone and cortisol, were also related to the ability to increase strength. Besides the characteristics of the population investigated, several factors associated with the training session affect the acute and chronic hormonal response to training

  18. O custo direto do programa de treinamento em ressuscitação cardiopulmonar em um hospital universitário El costo directo del programa de entrenamiento em resucitación cardiopulmonar en un hospital universitário The direct cost of the cardiopulmonary resuscitation training program in a university hospital

    OpenAIRE

    Nadia Nasser Follador; Valéria Castilho

    2007-01-01

    A presente pesquisa teve por objetivo mapear o processo de treinamento compartilhado em ressuscitação cardiopulmonar para técnicos e auxiliares de enfermagem da UTI e Semi-Intensiva de Adulto do HU-USP, e aferir os custos diretos das principais atividades do processo. Trata-se de um estudo exploratório, retrospectivo, de levantamento documental, nos moldes de estudo de caso. Seus resultados mostraram que o custo direto total do programa de treinamento em ressuscitação cardio-pulmonar foi de R...

  19. Monitoramento do treinamento no judô: comparação entre a intensidade da carga planejada pelo técnico e a intensidade percebida pelo atleta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Viveiros

    2011-08-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi comparar a percepção referente à intensidade da carga de treinamento planejada pelos técnicos com a percepção de intensidade reportada pelos atletas de Judô. A amostra foi composta por quatro técnicos e 40 atletas da Seleção Brasileira de Judô. A comparação entre a intensidade planejada e a intensidade experienciada foi realizada através da aplicação do método da percepção subjetiva do esforço (PSE da sessão durante um training camp. Também foram realizadas coletas de sangue para determinação da concentração de lactato sanguíneo. A intensidade da carga de treinamento reportada pelos atletas superou a intensidade planejada pelos técnicos em todas sessões de treinamento. Com relação à concentração de lactato, houve aumento no período pós-treino em todas as sessões do training camp, não havendo diferença entre as sessões. Os resultados do presente estudo demonstram que, embora o programa de treinamento tenha sido elaborado por técnicos experientes, foi detectada diferença entre a intensidade da carga externa planejada pelo técnico e a intensidade da carga interna percebida pelos atletas. Estes dados reforçam a importância do constante monitoramento do treinamento, a fim de maximizar o desempenho de atletas de elite.

  20. O Treinamento de Clientes e sua Relação com a Intenção de Uso do Internet Banking

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Paulo Albarello Friedrich

    2016-12-01

    Full Text Available O número de usuários do internet banking no Brasil cresceu muito rápido nos últimos anos, alcançando mais de 37 milhões (Febraban, 2013. Esse sistema é uma excelente ferramenta para redução de filas bancárias, porém do total de usuários, somente 20% faz suas transações financeiras pela internet, o restante utiliza apenas para consultas. Partindo desses dados e com intuito de ampliar o uso do sistema, esse estudo busca identificar qual o impacto do treinamento em internet banking sobre a intenção de uso desse sistema mediado pela percepção de risco, pela confiança e pela facilidade de uso percebida. Realizou-se uma pesquisa descritiva/quantitativa com coleta de dados através de questionário online. Os resultados apresentaram valores significativos para ambas as variáveis mediadoras e permitiu inferir-se que o treinamento em internet banking amplia a intenção de uso de maneira indireta, através da redução da percepção de risco e do aumento da facilidade de uso percebida e da confiança.

  1. Análise de lesão muscular e comportamento do vo2máx entre um programa de treinamento de corrida em piscina funda e corrida em terra

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alecsandra Pinheiro Vendrusculo

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar e comparar a ocorrência de lesão muscular e o comportamento do consumo máximo de oxigênio (VO2máx entre um programa de treinamento de corrida em terra (CT e um programa de treinamento de corrida em piscina funda (CPF. Método: participaram do estudo 14 indivíduos não treinados. O treinamento durou 12 semanas, três vezes na semana. Analisou-se o comportamento do VO2máx pré e pós-treinamento. Para a análise de lesão muscular utilizou-se a enzima creatina quinase (CK pré, logo após, pós 24h e 48h da sessão, a cada quatro semanas e a ultrassonografia (US a cada quatro semanas. Resultados: Quando se analisou o comportamento do VO2máx, verificou-se diferença entre os valores pré e pós-treinamento, mas não houve diferença entre os grupos. Quanto à CK, verificou-se diferença entre os grupos na medida 24hs após, o que não foi verificado nas outras medidas. Para o grupo CT, somente nas coletas dois e quatro verificou-se diferença entre as medidas 24hs após e 48hs após, mas não ocorreram diferenças significativas entre as medidas e nem entre os grupos. Na US, nenhum dos grupos apresentou diferença significativa entre os exames, mas no grupo CT apareceram duas lesões na terceira coleta. Considerações finais: concluiu-se que as duas modalidades de treinamento proporcionam uma melhora na aptidão cardiorrespiratória e, embora não tenha ocorrido diferença significativa em algumas coletas de CK entre os grupos, a CT provocou maiores aumentos na concentração sanguínea de CK, sugerindo que o meio líquido pode ser o mais indicado para proteger o sistema musculoesquelético.

  2. Impacto da estimulação transcraniana por corrente contínua associada ao treinamento de marcha com pistas na mobilidade funcional na Doença de Parkinson

    OpenAIRE

    CLEMENTINO, Adriana Carla Costa Ribeiro

    2014-01-01

    A estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC) tem sido utilizada para aumentar a sensibilidade do cérebro para a terapia física. Entretanto, poucos estudos têm sido realizados para examinar essa possibilidade em Doença de Parkinson (DP). Portanto, a fim de obter um tamanho de efeito mais significativo na melhoria da mobilidade funcional em pacientes com DP, a ETCC foi associada com o treinamento de marcha por pistas visuais (TMP). Um estudo clínico piloto duplo-cego,...

  3. The vocal monotony of monogamy

    Science.gov (United States)

    Thomas, Jeanette

    2003-04-01

    There are four phocids in waters around Antarctica: Weddell, leopard, crabeater, and Ross seals. These four species provide a unique opportunity to examine underwater vocal behavior in species sharing the same ecosystem. Some species live in pack ice, others in factice, but all are restricted to the Antarctic or sub-Antarctic islands. All breed and produce vocalizations under water. Social systems range from polygyny in large breeding colonies, to serial monogamy, to solitary species. The type of mating system influences the number of underwater vocalizations in the repertoire, with monogamous seals producing only a single call, polygynous species producing up to 35 calls, and solitary species an intermediate number of about 10 calls. Breeding occurs during the austral spring and each species carves-out an acoustic niche for communicating, with species using different frequency ranges, temporal patterns, and amplitude changes to convey their species-specific calls and presumably reduce acoustic competition. Some species exhibit geographic variations in their vocalizations around the continent, which may reflect discrete breeding populations. Some seals become silent during a vulnerable time of predation by killer whales, perhaps to avoid detection. Overall, vocalizations of these seals exhibit adaptive characteristics that reflect the co-evolution among species in the same ecosystem.

  4. TREINAMENTO HIGIÊNICO-SANITÁRIO NA PRODUÇÃO LEITEIRA: ESTUDO DE CASO EM AGRICULTORES FAMILIARES NO SUDESTE DO PARANÁ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Mattioda

    2012-02-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi transferir informações a produtores de leite, por meio de treinamento higiênico-sanitário, e verificar se houve melhora na qualidade do leite através das analises do Contagem Bacteriana Total e Contagem de Células Somáticas. A primeira etapa desta pesquisa foi a seleção e caracterização das propriedades rurais leiteiras, trabalhadas como Unidade de Referência, através de questionários e visitas técnicas. O treinamento higiênico-sanitário foi feito com base em exigências estabelecidas na Instrução Normativa nº 51, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA. E, para a verificação da melhoria da qualidade do leite, fez-se a coleta de amostras de leite cru em cada Unidade de Referência, e encaminhadas para análise. Dessa forma, a pesquisa teve como resultados a melhora dos valores de Contagem Bacteriana Total e Contagem de Células Somáticas, podendo-se concluir que a transferência de informações e tecnologias por meio do treinamento higiênico-sanitário foi eficiente. Ressalta-se que os valores de células somáticas sofrem interferência de fatores externos, enquanto a Contagem Bacteriana Total teve maior redução dos valores, pois depende dos procedimentos realizados pelos ordenhadores.

  5. A INFLUÊNCIA DO TREINAMENTO RESISTIDO E AERÓBIO EM FORMA DE CIRCUIT TRAINING NO CONTROLE GLICÊMICO DO DIABETES TIPO I: ESTUDO DE CASO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Tadeu Grzelczak

    2012-01-01

    Full Text Available O diabetes Mellitus é uma doença que pode desencadear uma série de complicações, desde problemas renais, hipertensão até cegueira e amputações. O exercício é normalmente indicado para portadores de diabetes, auxiliando no controle da doença, aumentando a sensibilidade à insulina, estabilizando as taxas de glicose no sangue auxiliando no controle de peso e redução das doses de insulina. Este estudo teve por objetivo analisar a influência do treinamento de musculação ou treinamento resistido,sendo desenvolvido em forma de circuito com treinamento aeróbio durante as seções, no controle da glicemia de um diabético tipo 1 (insulino dependente. A amostra foi composta por um homem de 27 anos portador de Diabetes Mellitus tipo1, insulino dependente a 4 anos. O programa de exercícios teve duração de 90dias e consistiu de um Circuit Training de musculação(contrações dinâmicas em séries únicas de 30 repetições e aeróbio (intensidade60% a 80% da frequência cardíaca máxima, foi aplicada na estatística descritiva.Foi observado diminuição da média glicêmica de 209,3 mg/dl no inicio do treinamentopara 122,4 mg/dl, ao final do estudo, uma diminuição de 41,52 % em relação a média inicial. Observou-se diminuição dos níveis de HbA1c de 7,10% para 5,02%. Neste sentido o treinamento de musculação e aeróbio em Circuit Training demonstrou ser uma opção salutar para o controle glicêmico de portadores de diabetes tipo1.

  6. University Vocal Training and Vocal Health of Music Educators and Music Therapists

    Science.gov (United States)

    Baker, Vicki D.; Cohen, Nicki

    2017-01-01

    The purpose of this study was to describe the university vocal training and vocal health of music educators and music therapists. The participants (N = 426), music educators (n = 351) and music therapists (n = 75), completed a survey addressing demographics, vocal training, voice usage, and vocal health. Both groups reported singing at least 50%…

  7. Treinamento ambiental em organizações com certificação ISO 14001: estudo de múltiplos casos e identificação de coevolução com a gestão ambiental Environmental training in organizations with ISO 14001 certification: a multiple case study and identification of co-evolution with environmental management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Charbel José Chiappetta Jabbour

    2013-03-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa é compreender as características do treinamento ambiental em algumas empresas brasileiras. Para tanto, foram realizados nove estudos de caso com empresas certificadas pela norma ISO 14001, todas líderes em seu segmento de mercado. Foram conduzidas diversas entrevistas em cada caso, coletados documentos e realizadas visitas para observação direta. Como resultado, apresentam-se as classificações dos casos nos estágios evolutivos da gestão ambiental, os temas mais frequentes do treinamento ambiental, a diferenciação dos temas de treinamento ambiental segundo o nível hierárquico organizacional, a classificação das empresas segundo o nível de aderência às atividades de treinamento ambiental recomendadas pela literatura e as boas práticas de treinamento ambiental oferecidas pelas empresas. A principal contribuição desta pesquisa é a identificação de coevolução entre o estágio de gestão ambiental das organizações e o nível do treinamento ambiental que elas possuem.The objective of this research is to understand the characteristics of environmental training at some Brazilian companies. Nine case studies were carried out in firms certified by ISO 14001. These companies are leaders in their market segments. Several interviews were conducted in each case. Documents were collected and visits for direct observation were made. Results present the classification of companies in evolutionary stages of environmental management, the most common topics of the training environment, the differentiation of environmental training topics according to the hierarchical levels and the best practices offered on environmental training. The main contribution of this research is the identification of the co-evolution between the stage of corporate environmental management and the level of environmental training.

  8. Treinamento ambiental em organizações com certificação ISO 14001: estudo de múltiplos casos e identificação de coevolução com a gestão ambiental Environmental training in organizations with ISO 14001 certification: a multiple case study and identification of co-evolution with environmental management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Charbel José Chiappetta Jabbour

    2012-01-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa é compreender as características do treinamento ambiental em algumas empresas brasileiras. Para tanto, foram realizados nove estudos de caso com empresas certificadas pela norma ISO 14001, todas líderes em seu segmento de mercado. Foram conduzidas diversas entrevistas em cada caso, coletados documentos e realizadas visitas para observação direta. Como resultado, apresentam-se as classificações dos casos nos estágios evolutivos da gestão ambiental, os temas mais frequentes do treinamento ambiental, a diferenciação dos temas de treinamento ambiental segundo o nível hierárquico organizacional, a classificação das empresas segundo o nível de aderência às atividades de treinamento ambiental recomendadas pela literatura e as boas práticas de treinamento ambiental oferecidas pelas empresas. A principal contribuição desta pesquisa é a identificação de coevolução entre o estágio de gestão ambiental das organizações e o nível do treinamento ambiental que elas possuem.The objective of this research is to understand the characteristics of environmental training at some Brazilian companies. Nine case studies were carried out in firms certified by ISO 14001. These companies are leaders in their market segments. Several interviews were conducted in each case. Documents were collected and visits for direct observation were made. Results present the classification of companies in evolutionary stages of environmental management, the most common topics of the training environment, the differentiation of environmental training topics according to the hierarchical levels and the best practices offered on environmental training. The main contribution of this research is the identification of the co-evolution between the stage of corporate environmental management and the level of environmental training.

  9. Será a combinação dos treinamentos intervalado e resistido mais efetiva sobre a aptidão física em adultos? Uma revisão sistemática e metanálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco José de Menezes Júnior

    2017-12-01

    Full Text Available O treinamento intervalado (HIIT/SIT combinado com o treinamento de resistência (TR tem se destacado como estratégia para a melhora de indicadores de aptidão física relacionados à saúde (AFRS em adultos. Assim, o objetivo desta metanálise foi comparar a efetividade do treinamento combinado (HIIT/SIT + TR com outros protocolos de exercício sobre os indicadores de AFRS em adultos. Foi realizado a busca sistemática nas bases de dados eletrônicas MEDLINE via PubMed, Cochrane-CENTRAL, SPORTDiscus, LILACS, SCIELO e Scopus, entre janeiro e março de 2017, com a utilização dos seguintes descritores, em inglês e português: physical fitness, hight-intensity interval training, sprint interval training, resistance training e adults. A qualidade dos estudos foi avaliada por meio da escala PEDro. Após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, nove artigos foram selecionados (n = 231. A extração das médias e desvios padrões dos estudos foi realizada de forma independente por dois autores e utilizou-se o programa RevMan na condução da metanálise. As intervenções com treinamento combinado (HIIT/SIT + TR tiveram duração de 6 a 12 semanas e produziram maiores aumentos de absorção máxima de oxigênio que outras formas de exercício. A combinação do treinamento intervalado e treinamento de força pode ser considerada mais eficaz para a melhora dos níveis de capacidade aeróbica em adultos.

  10. Cohort study to evaluate nursing team performance in a theoretical test after training in cardiopulmonary arrest Estudio de cohorte para evaluar el desempeño del equipo de enfermería en una prueba teórica, después de recibir entrenamiento en paro cardiorrespiratorio Estudo de coorte para avaliar o desempenho da equipe de enfermagem em teste teórico, após treinamento em parada cardiorrespiratória

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata da Costa Brião

    2009-02-01

    transcurridos seis meses, 64,7%. Entre los técnicos y auxiliares, en la pre, 36,2% alcanzaron el porcentaje considerado satisfactorio, en la post 79,3% y 62,5% después de transcurridos seis meses. Se concluye que el entrenamiento en PCR mejora el conocimiento del equipo inmediatamente después del entrenamiento, habiendo una reducción del puntaje de aciertos después de 6 meses.O objetivo deste estudo foi avaliar o conhecimento teórico da equipe de enfermagem quanto ao atendimento a vítimas de parada cardiorrespiratória (PCR antes, imediatamente após e decorridos seis meses de treinamento. Usou-se o método estudo de coorte, conduzido em um hospital especializado em cardiologia, Porto Alegre, RS (novembro/2005 a maio/2006. Incluíu-se enfermeiros (35 no pré-teste, 34 no pós e o mesmo número após seis meses, técnicos e auxiliares (232 no pré, 227 no pós e 104 após seis meses. Aplicou-se um questionário nos três períodos, considerando-se 'conhecimento satisfatório' 75% de acertos. Os resultados mostraram, no pré-teste, que 62,9% dos enfermeiros atingiram o percentual considerado satisfatório, no pós, 94,1% e decorridos seis meses, 64,7%. Entre os técnicos e auxiliares, no pré, 36,2% atingiram o percentual considerado satisfatório, no pós, 79,3% e 62,5% decorridos seis meses. Conclui-se que o treinamento em PCR melhora o conhecimento da equipe logo após o treinamento, havendo redução do escore de acertos após 6 meses.

  11. Treinamento esfincteriano anal: estudo transversal em crianças de 3 a 6 anos de idade Bowel toilet training: a cross-sectional study in children between 3 and 6 years old

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Eduardo G. B. de Miranda

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o treinamento do controle esfincteriano anal em crianças, por meio de entrevista aplicada aos pais ou cuidadores. MÉTODOS: Estudo de corte transversal em crianças sadias, aplicando-se um questionário estruturado para 100 responsáveis por crianças entre três e seis anos de idade. RESULTADOS: 97% das crianças foram treinadas em casa pelas mães e 92% delas utilizaram a intuição, a experiência com o filho anterior e o aprendizado com as avós. O treinamento do controle esfincteriano anal e vesical foi iniciado simultaneamente em 84% dos casos, sendo o controle anal adquirido primeiramente em 41% das crianças. As mães com escolaridade menor e das classes C-D-E iniciaram o treinamento mais precocemente, sendo um dos fatores relatados o custo das fraldas. Não houve diferença entre meninos e meninas para idade de início e duração do treinamento. As crianças apresentavam a maioria dos "sinais de prontidão" para o início do treinamento e, das crianças que foram treinadas no vaso sanitário, uma pequena parcela utilizou redutor e apoio para os pés. Não houve aumento significativo de constipação intestinal após o treinamento e não foram observados casos de encoprese. CONCLUSÕES: As mães foram as responsáveis pelo treinamento esfincteriano anal e o iniciaram sem auxílio especializado. Nas classes sociais C-D-E, o custo das fraldas foi determinante para o início do treinamento esfincteriano anal.OBJECTIVE: To assess the practice of children's toilet training through interviews with parents and caretakers. METHODS: A cross-sectional study of healthy children using a questionnaire applied to parents or caretakers of 100 consecutive children aged 3 to 6 years old. RESULTS: 97% of the children were home-trained by their mothers and 92% of them used their intuition, previous experience with an older child and grandmothers' experience. Bowel and bladder toilet training started simultaneously in 84% of the cases

  12. An Investigation of Extinction-Induced Vocalizations

    Science.gov (United States)

    Valentino, Amber L.; Shillingsburg, M. Alice; Call, Nathan A.; Burton, Britney; Bowen, Crystal N.

    2011-01-01

    Children with autism have significant communication delays. Although some children develop vocalizations through shaping and differential reinforcement, others rarely exhibit vocalizations, and alternative methods are targeted in intervention. However, vocal language often remains a goal for caregivers and clinicians. Thus, strategies to increase…

  13. Treinamento concorrente na imunidade e aptidão física de pacientes HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Ramos Lazzarotto

    2016-04-01

    Full Text Available Introdução: As investigações sobre treinamento físico com pessoas que vivem com HIV/Aids enfatizam os componentes aeróbico, força e concorrente em séries múltiplas. Objetivo: Avaliar o treinamento concorrente com séries simples nos parâmetros imunológico, virológico, cardiorrespiratório e muscular em pacientes com HIV/Aids. Métodos: Séries temporais, com a participação de 6 homens e 1 mulher que faziam uso da TARV. O parâmetro imunológico foi avaliado por citometria de fluxo; o virológico, pelo teste HIV-1 RNA 3.0 (bDNA; o cardiorrespiratório, por meio do protocolo de rampa e o muscular, pelo teste de 15 repetições máximas e número máximo de flexões de tronco em 1 minuto. O treinamento foi realizado três vezes por semana durante 12 semanas, com reavaliações e incrementos mensais. A estatística contemplou valor absoluto, mediana e amplitude e o teste t de Wilcoxon no programa SPSS, versão 20.0 (p < 0,05. Resultados: No parâmetro imunológico, houve aumento do número de linfócitos T CD4+ (p = 0,034. No parâmetro virológico, a carga viral em 2 participantes diminuiu (495 para 51 cópias/ml e 72 para não detectável [< 50 cópias/ml] e 5 mantiveram-na não detectável. No cardiorrespiratório verificou-se aumento do VO2máx absoluto (p = 0,028 e da carga máxima de trabalho (Watt no cicloergômetro (p = 0,015. A carga de trabalho aumentou na função muscular de todos os exercícios: voador (p = 0,018, roldana alta (p = 0,017, pressão de pernas (p = 0,018, roscas bíceps (p = 0,016 e tríceps (p=0,017 e número máximo de abdominais (p = 0,018. Conclusão: O treinamento melhorou os parâmetros cardiorrespiratório e muscular e não causou efeitos deletérios nos parâmetros imunológico e aumento na carga viral.

  14. EFEITOS DO TREINAMENTO FÍSICO NO ENDOTÉLIO APÓS CIRURGIA DE REVASCULARIZAÇÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Aikawa

    2015-12-01

    Full Text Available Introdução A cirurgia de revascularização do miocárdio (CRM é uma das mais frequentes cirurgias realizadas em todo o mundo, muitos estudos vêm relatando os benefícios do treinamento físico para a melhora da capacidade funcional, porém há poucos estudos sobre os efeitos na função endotelial vascular. Objetivo Analisar os efeitos do treinamento físico sobre a função endotelial vascular em pacientes submetidos à CRM, isoladamente na fase tardia da reabilitação após seis meses de programa de reabilitação cardíaca (PCR. Métodos Foram incluídos pacientes que haviam sido submetidos à CRM no período máximo de um ano após a cirurgia. O PRC foi empregado durante seis meses consecutivos, com três sessões semanais. Todos os pacientes realizaram exames laboratoriais, teste de força muscular de uma repetição máxima (1-RM para os membros superiores e inferiores, teste de caminhada de 6 min (TC6M e avaliação da função endotelial através da técnica de vasodilatação mediada pelo fluxo. Resultados Onze pacientes iniciaram o PRC, porém nove pacientes o completaram. A média de idade foi de 66 anos (50 a 82 anos e o sexo masculino foi predominante (55,6%. Houve mudanças significativas nos exames laboratoriais bioquímicos: aumento do colesterol total (Basal: 162 ± 31mg/dL vs. 195 ± 39mg/dL; P=0,012 e diminuição da hemoglobina glicada (Basal: 6,74 ± 1,64% vs. 6,26 ± 1,62%; P=0,028. A força muscular aumentou significativamente nos membros superiores e inferiores (P=0,030 e P=0,038, respectivamente; no TC6M observou-se um aumento significativo de 20% na distância percorrida (P=0,020 após seis meses consecutivos de treinamento e houve uma melhora na vasodilatação mediada pelo fluxo (Basal: 6,35 ± 3,92% vs. 6 meses: 9,90 ± 4,19%; P=0,026. Conclusão O treinamento combinado realizado em seis meses ajudou a melhorar a função endotelial e a capacidade funcional de pacientes sedentários que foram submetidos à CRM

  15. Impacto do treinamento resistido na força e hipertrofia muscular em HIV-soropositivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ciro José Brito

    2013-06-01

    Full Text Available O presente estudo investigou o efeito de 24 semanas de treinamento resistido (TR sobre a força e hipertrofia muscular de pacientes HIV-soropositivos. Participaram deste estudo 45 voluntários submetidos à terapia antirretroviral fortemente ativa (HAART, destes, 23 realizaram 3 sessões semanais, com 10 repetições a 80% 1RM. O teste de 1RM foi realizado de acordo com a metodologia proposta por Kraemer e Fry (1995, para estimativa da hipertrofia muscular adotou-se as equações de Frisancho (1984. Em comparação aos valores, o TR melhorou a força de 1RM nos exercícios de agachamento em 49% (21,0±4,9 vs. 31,2±5,1; P=0,001, supino reto em 13% (34,3±8,1 vs. 39,8±9,4; P=0,04, cadeira extensora em 34,1% (26,3±7,1 vs. 37,1±6,6; P=0,01, tríceps em 51% (22,9±4,0 vs. 38,3±4,9; P=0,001, pulley costas em 31,5% (31,7±3,9 vs. 41,7±4,4; P=0,01, cadeira flexora em 37,2% (18,9±3,4 vs. 27,3±3,2; P=0,01 e rosca bíceps em 60% (27,9±6,9 vs. 40,4±4,5; P=0,001. Não foram observadas diferenças (P<0,05 entre os valores basais e finais para o grupo controle. Observou-se aumento significativo (P<0,05 na área muscular do braço isenta de massa óssea, no grupo TR (52,8±14,5 cm² em relação ao controle (39,5±12,4 cm². Ademais, o TR resultou em significativa (P<0,05 redução da glicemia sanguínea de jejum (96,5±18,3 vs. 90,5±12,6, pressão arterial sistólica (126,3±14,3 vs. 120,0±10,0 e circunferência de cintura (83,0±12,5 vs. 80,6±10,2. Conclui-se que seis meses de TR resultaram em melhora na força e hipertrofia, ademais, o treinamento aplicado contribuiu para a regulação das variáveis metabólicas dos pacientes. Uma vez que a HAART é inevitável ao HIV-soropositivo, recomenda-se que o exercício físico seja realizado no intuito de dirimir os efeitos colaterais advindos desta terapia.

  16. Creatina e treinamento resistido: efeito na hidratação e massa corporal magra

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Sales Zanelli

    2015-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: a creatina é um recurso ergogênico cuja suplementação tem sido associada ao aumento da hidratação corporal total e ao aumento da massa muscular dos consumidores. Entretanto, estudiosos questionam se o aumento da massa muscular é um ganho real. OBJETIVO: avaliar o efeito da suplementação de creatina sobre a hidratação e o aumento de massa magra em indivíduos previamente treinados e não treinados, submetidos a um programa de treinamento resistido. MÉTODOS: ensaio clínico não randomizado, constituído por três momentos, M1 - Início da suplementação com 20g/dia de creatina; M2 - 7 dias após iniciada a suplementação e redução da suplementação para 5g/dia; M3 - 28 dias de suplementação. Nos momentos propostos, foram realizadas aferições de peso, estatura e avaliação da composição corporal (massa magra, água corporal total com a utilização do BYODINAMICS(r Modelo 310. Para todos os testes estatísticos, foi adotado o nível de significância de 95% (p<0,05. RESULTADOS: participaram desse estudo 14 voluntários adultos do sexo masculino, com idade média de 22,57(±1,45 anos, dos quais sete eram treinados e sete não treinados. Após 28 dias de suplementação, no grupo treinado observou-se um aumento significativo no peso, água corporal total, massa magra e hidratação da massa magra, mas nenhum aumento significativo foi observado no grupo não treinado. Em relação ao ângulo de fase, este aumentou no grupo não treinado e reduziu no grupo treinado. CONCLUSÃO: a suplementação de creatina associada ao treinamento resistido é mais efetiva na hidratação de indivíduos treinados, como também é suficiente para reduzir a diferença significativa do ângulo de fase intergrupos, sugerindo assim, maior hidratação celular em ambos os grupos. Contudo, esse aumento na hidratação não revelou aumento significativo no tecido muscular.

  17. Vocal economy in vocally trained actresses and untrained female subjects.

    Science.gov (United States)

    Master, Suely; Guzman, Marco; Dowdall, Jayme

    2013-11-01

    Vocally trained actresses are expected to have more vocal economy than nonactresses. Therefore, we hypothesize that there will be differences in the electroglottogram-based voice economy parameter quasi-output cost ratio (QOCR) between actresses and nonactresses. This difference should remain across different levels of intensity. A total of 30 actresses and 30 nonactresses were recruited for this study. Participants from both groups were required to sustain the vowels /a/, /i/, and /u/, in habitual, moderate, and high intensity levels. Acoustic variables such as sound pressure level (SPL), fundamental frequency (F0), and glottal contact quotient (CQ) were obtained. The QOCR was then calculated. There were no significant differences among the groups for QOCR. Positive correlations were observed for QOCR versus SPL and QOCR versus F0 in all intensity levels. Negative correlation was found between QOCR and CQ in all intensity levels. Considering the differences among intensity levels, from habitual to moderate and from moderate to loud, only the CQ did not differ significantly. The QOCR, SPL, and F0 presented significant differences throughout the different intensity levels. The QOCR did not reflect the level of vocal training when comparing trained and nontrained female subjects in the present study. Both groups demonstrated more vocal economy in moderate and high intensity levels owing to more voice output without an increase in glottal adduction. Copyright © 2013 The Voice Foundation. Published by Mosby, Inc. All rights reserved.

  18. EFEITO DO TREINAMENTO FÍSICO SOBRE O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO E O NÍVEL DE APTIDÃO FÍSICA DE BOMBEIROS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cesar Henrique Dalquano

    2008-05-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo verificar a influência do treinamento físico sobre o processo de envelhecimento e o nível de aptidão física de bombeiros durante um período de sete anos. Participaram do estudo homens da faixa etária atual de 33 a 42 anos e o período de acompanhamento foi entre os anos de 1995 e 2002. Na avaliação da capacidade aeróbica foi utilizado o teste de correr/andar de 12 minutos de Cooper e para a mensuração da potência anaeróbica o teste de corrida de 40 segundos de Matsudo. A mensuração do peso e altura foi realizada para a determinação do índice de massa corporal (IMC. Estes testes foram aplicados em 1995, em uma amostra de 40 homens escolhidos de forma aleatória e, reaplicados em 38 dos 40 homens em 2002. Os resultados do teste de 12 minutos (consumo máximo de oxigênio mostraram que o treinamento físico ajuda a manter o nível de aptidão física de acordo com a idade. No teste de 40 segundos, os resultados mostraram uma perda percentual relativamente baixa da potência anaeróbica em relação ao padrão esperado. O IMC praticamente manteve-se no limite do peso normal. De acordo com os resultados da pesquisa, chega-se à conclusão de que o treinamento físico aeróbio (corrida e natação e anaeróbio (treinamento de força e futebol, realizado de 3 a 4 vezes por semana durante 7 anos, ajuda a manter o nível de aptidão física (VO2máx e potência anaeróbia em homens na faixa etária de 26 a 35 anos (idade inicial. Além disso, também se verificou a manutenção do índice de massa corporal dentro do limite normal.

  19. Insuficiência cardíaca por excesso de catecolaminas: influência do treinamento físico aeróbico associado à suplementação com leucina na musculatura esquelética

    OpenAIRE

    Wilson Max Almeida Monteiro de Moraes

    2011-01-01

    Alterações na musculatura esquelética (ME) como atrofia contribuem para intolerância aos esforços físicos e pior prognóstico na Insuficiência Cardíaca (IC). O treinamento físico é uma conduta capaz de atenuar esses efeitos na ME. Estratégias capazes de otimizar os efeitos do TF como a suplementação com aminoácidos são potencialmente terapêuticas. Assim, investigamos os efeitos da suplementação com leucina associada ou não ao treinamento físico aeróbico na função e morfologia da musculatura es...

  20. Vocal plasticity in a reptile.

    Science.gov (United States)

    Brumm, Henrik; Zollinger, Sue Anne

    2017-05-31

    Sophisticated vocal communication systems of birds and mammals, including human speech, are characterized by a high degree of plasticity in which signals are individually adjusted in response to changes in the environment. Here, we present, to our knowledge, the first evidence for vocal plasticity in a reptile. Like birds and mammals, tokay geckos ( Gekko gecko ) increased the duration of brief call notes in the presence of broadcast noise compared to quiet conditions, a behaviour that facilitates signal detection by receivers. By contrast, they did not adjust the amplitudes of their call syllables in noise (the Lombard effect), which is in line with the hypothesis that the Lombard effect has evolved independently in birds and mammals. However, the geckos used a different strategy to increase signal-to-noise ratios: instead of increasing the amplitude of a given call type when exposed to noise, the subjects produced more high-amplitude syllable types from their repertoire. Our findings demonstrate that reptile vocalizations are much more flexible than previously thought, including elaborate vocal plasticity that is also important for the complex signalling systems of birds and mammals. We suggest that signal detection constraints are one of the major forces driving the evolution of animal communication systems across different taxa. © 2017 The Author(s).

  1. Comportamento de variáveis fisiológicas em atletas de nado sincronizado durante uma sessão de treinamento na fase de preparação para as Olimpíadas de Atenas 2004 Comportamiento de variábles fisiológicas en atletas de nado sincronizado durante una sesion de entrenamiento en la fase de preparación para las Olimpíadas de Atenas 2004 Behavior of physiological variables in synchronized swimming athletes during a training session preparing for the Athens 2004 Olympic Games

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Guimarães Antunes Pazikas

    2005-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi avaliar o comportamento de variáveis fisiológicas durante uma sessão de treino de nado sincronizado realizada na fase de preparação para as Olimpíadas de Atenas 2004. MATERIAIS E MÉTODOS: A amostra utilizada foi constituída pelo dueto (24 ± 0 anos representante do Brasil em Atenas 2004. A coleta de dados foi realizada durante uma sessão de treinamento com duração de 198 minutos. O treino se iniciou com a parte física, seguida da parte técnica. Para a determinação da glicemia e da concentração de beta-hidroxibutirato foi utilizado o monitor Optium® com suas respectivas tiras. As concentrações de cortisol e das enzimas lactato desidrogenase (LDH e creatina quinase (CK foram determinadas por radioimunoensaio (DPC© e kits comerciais (CELM®, respectivamente. O acompanhamento da freqüência cardíaca (FC foi realizado com o freqüêncimetro Advantage Polar®. RESULTADOS: Foi observada redução (~2% do peso corporal. A glicemia também apresentou queda (~30% em comparação ao valor obtido no início do treino. Em contrapartida, foi observada elevação na concentração de cortisol (salivar 22% e plasmática 29% e de beta-hidroxibutirato (~340%. Não foi observada alteração significativa na concentração plasmática de CK e de LDH. O acompanhamento da FC demonstrou que dos 198 minutos que constituíram a sessão de treino, 36,5 ± 0,7 minutos foram realizados em intensidade leve; 103,5 ± 0,7 minutos em intensidade moderada, 54,0 ± 2,1 minutos em intensidade alta e 4,0 ± 0,0 minutos em intensidade muito alta. CONCLUSÕES: A perda de peso indica que a reposição hídrica não foi adequada. A redução na glicemia e o aumento na concentração de corpos cetônicos e de cortisol reforçam a importância da suplementação de carboidrato durante o treino de longa duração. O comportamento da FC demonstra que a sessão de treinamento foi realizada em uma intensidade moderada, porém com

  2. Sintomas vocais e perfil de professores em um programa de saúde vocal Vocal symptoms and profile of teachers in a vocal health program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karin Choi-Cardim

    2010-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar sintomas vocais de dois grupos de professores que foram avaliados em momentos distintos de um programa de saúde vocal. MÉTODOS: correlacionar condições de trabalho e hábitos com o número de sintomas vocais apresentados por 411 professores, agrupados em G1 (256 sujeitos a serem submetidos ao programa preventivo e G2 (155 sujeitos a serem submetidos ao programa preventivo e de tratamento. RESULTADOS: em ambos os grupos observou-se predomínio de mulheres (p = 0,550, entre 31 e 40 anos (p = 0,557, lecionando para mais de um grau de ensino (p = 0,345 com até 30 alunos/sala (p = 0,521, com presença de ruído no trabalho (p = 0,660, que relataram cuidados vocais (p = 0,231 e utilizavam voz extra-profissionalmente (p = 0,713, não tabagistas (p = 0,010 nem alcoolistas (p = 0,029. Em contrapartida, no G1 observou-se carga horária diária de trabalho de até 5 horas, enquanto a maior parte do G2 trabalhava de 6 a 10 horas (p 4 os grupos; sendo a média de 3,5 (57% para G1 e 5,8 (98,05% para G2 - (p PURPOSE: to analyze vocal symptoms from two groups of teachers assessed during two different instances of a vocal health program. METHODS: correlate work conditions and habits with the number of vocal symptoms submitted by 411 teachers divided into G1 (256 subjects to be submitted to a prevention program and G2 (155 subjects to be submitted to a prevention and treatment program. RESULTS: it was observed that in both groups there was a larger number of women (p=0.550, aged 31 to 40 years (p=0.557, teaching for more than one grade (p=0.345 and with up to 30 students per class (p=0.521; they related presence of noise in their work environment (p=0.660, used to take care of their voices (p=0.231, were non-smokers (p=0.010, used their voices in extra-professional activities and did not have the habit of drinking. On the other hand, both groups were different upon relating daily work hours; in G1 most teachers worked up to 5 hours a day

  3. Intensidades de treinamento resistido e pressão arterial de idosas hipertensas - um estudo piloto Resistance training intensities and blood pressure of hypertensive older women - a pilot study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eline Silva da Cunha

    2012-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Observa-se que a literatura apresenta uma lacuna acerca da intensidade ideal de treinamento resistido para idosos hipertensos, os poucos estudos existentes utilizam treinamentos com diferentes intensidades. OBJETIVO: Verificar o efeito de duas intensidades de treinamento resistido sobre a pressão arterial de idosas hipertensas controladas. Métodos: Dezesseis idosas hipertensas, controladas por medicação anti-hipertensiva, foram divididas em dois grupos através de sorteio. Nove pacientes foram submetidas a treinamento resistido moderado (G1 e sete, a treinamento resistido leve (G2. As pacientes realizaram oito semanas de treinamento resistido, com frequência de três vezes por semana em dias alternados, no período vespertino. Os exercícios realizados foram respectivamente: leg press, supino reto, extensão de joelhos, puxada frontal, flexão de joelhos, abdução de ombro, abdução unilateral de quadril com cross over e rosca direta com barra. RESULTADOS: As pacientes do G1 apresentaram redução tanto nos valores de repouso da pressão arterial diastólica (PAD p BACKGROUND: The optimum intensity of resistance training for hypertensive elderly has not been studied yet and the few studies in the literature used training with distinct intensities. Objective: To verify the effect of two resistance training intensities on blood pressure (BP of elderly women with controlled hypertension. METHODS: Sixteen older women with hypertension controlled by anti-hypertensive drug were randomly divided into two groups. Nine patients were submitted to moderate resistance training (G1 and seven patients were submitted to mild resistance training (G2. The patients underwent eight weeks of resistance training, with frequency of three times per week on alternate days in the afternoon. The exercises performed were: leg press, bench press, knee extension, lat pull-down, knee flexion, shoulder abduction, standing cable hip abduction and biceps

  4. Comportamento vocal de cantores populares Vocal behavior of popular singers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valquíria Zimmer

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: investigar aspectos do histórico, hábitos e comportamentos vocais de cantores populares, conforme o sexo e as categorias profissional e amador. MÉTODO: entrevista com 47 cantores, 25 homens e 22 mulheres. RESULTADOS: significância estatística nos seguintes achados: MASCULINO - microfone nos ensaios, ausência de problemas vocais diagnosticados, ausência de orientações sobre higiene vocal, dor ou desconforto após cantar, ausência de alergias e problemas respiratórios; FEMININO - aulas de canto e conhecimento sobre postura; AMADOR - não cantar dançando, não imitar vozes, ausência de avaliação otorrinolaringológica, ausência de problemas vocais diagnosticados, ausência de terapia fonoaudiológica, ausência de orientações de anatomofisiologia vocal e não utilização de álcool nos ensaios; PROFISSIONAL - rouquidão, conhecimento sobre articulação, álcool durante os shows, "garganta suja" ou pigarro, dor após cantar. CONCLUSÕES: a comparação entre os sexos evidenciou que os homens utilizavam microfone no ensaio, não apresentavam problemas alérgicos ou respiratórios, nem problemas vocais diagnosticados, mas apresentavam sensação de dor ou desconforto após o canto e não possuíam noções sobre higiene vocal; e que as mulheres realizavam aulas de canto e possuíam orientações de postura. A comparação entre amadores e profissionais mostrou que os amadores não cantavam dançando, não imitavam vozes, não utilizavam álcool nos ensaios, e não apresentavam problemas vocais diagnosticados, mas não possuíam avaliação otorrinolaringológica, não realizavam terapia fonoaudiológica, e não possuíam conhecimento sobre anatomofisiologia vocal; e os profissionais apresentavam queixa de rouquidão, de "garganta suja" ou pigarro e de dor após cantar, e usavam álcool durante os shows, apesar de possuir conhecimento sobre articulação.PURPOSE: to investigate aspects of vocal history, vocal habits and

  5. Uso de alimento vivo como dieta inicial no treinamento alimentar de juvenis de pirarucu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cavero Bruno Adan Sagratzki

    2003-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi testar a eficiência do alimento vivo como dieta inicial no treinamento alimentar de juvenis de pirarucu, Arapaima gigas. Foram usados dois tratamentos, Artemia sp. e mistura de zooplâncton nativo. O ganho de peso, a porcentagem de comedores e a sobrevivência não apresentaram diferença estatística significativa entre os tratamentos (p>0,05. A dieta inicial, à base de alimento vivo, é eficiente no treinamento alimentar de juvenis de pirarucu.

  6. Uso de alimento vivo como dieta inicial no treinamento alimentar de juvenis de pirarucu.

    OpenAIRE

    CAVERO, B.A.S.; ITUASSÚ, D.R.; PEREIRA-FILHO, M.; ROUBACH, R.; BORDINHON, A.M.; FONSECA, F.A.L. da; ONO, E.A.

    2003-01-01

    O objetivo deste trabalho foi testar a eficiência do alimento vivo como dieta inicial no treinamento alimentar de juvenis de pirarucu, Arapaima gigas. Foram usados dois tratamentos, Artemia sp. e mistura de zooplâncton nativo. O ganho de peso, a porcentagem de comedores e a sobrevivência não apresentaram diferença estatística significativa entre os tratamentos (p>0,05). A dieta inicial, à base de alimento vivo, é eficiente no treinamento alimentar de juvenis de pirarucu.

  7. Efeito de uma sessão de treinamento de força sobre a qualidade do sono de adolescentes

    OpenAIRE

    Santiago, Ladyodeyse da Cunha Silva; Lyra, Maria Julia; Cunha Filho, Moacyr; Cruz, Pedro Weldes da Silva; Santos, Marcos André Moura dos; Falcão, Ana Patrícia Siqueira Tavares

    2015-01-01

    INTRODUÇÃO: o sono é uma função biológica fundamental para a conservação da energia e a restauração do metabolismo energético.OBJETIVO: analisar o efeito de uma sessão do treinamento de força realizada em diferentes horários sobre a qualidade do sono de adolescentes e examinar se a relação entre a melhoria da qualidade do sono e o horário da sessão de treino se altera após o ajuste para idade.MÉTODOS: participaram do estudo seis estudantes do sexo masculino moradores internos do IFPE - Campus...

  8. O TRABALHADOR COM DEFICIÊNCIA NA ORGANIZAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE O TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO E A ADEQUAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréia Maria de Carvalho Maia

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Mesmo apoiados por leis que medeiam a inclusão da diversidade, ainda é difícil o acesso de pessoas com deficiência ao mercado de trabalho, o que muitas vezes é justificado pela baixa qualificação profissional delas ou dificultado pelas práticas adotadas pelas empresas. A pesquisa investigou as pessoas com deficiência, os profissionais de recursos humanos e os profissionais de segurança no trabalho de duas empresas para avaliar como é realizada a inserção das pessoas com deficiência dentro das organizações mediante o treinamento e desenvolvimento e sua adaptação ao ambiente de trabalho, considerando que já se passaram 23 anos da aprovação da Lei de Cotas no Brasil. Os resultados demonstram que a Lei de Cotas e o tipo de deficiência ainda influenciam no processo de contratação. Os programas de treinamento e desenvolvimento adotados não utilizam estratégias metodológicas ou tecnologias assistivas para garantir igualdade de oportunidades para as pessoas com deficiência. São realizados preferencialmente treinamentos on-the-job. Nem todos os respondentes reconhecem a qualificação profissional como fundamental no momento da contratação, principalmente porque a contratação de pessoas com deficiência é eminentemente para funções operacionais. Por outro lado, grande parte das pessoas com deficiência se sente satisfeita e valorizada no seu trabalho. As adaptações no ambiente e o uso de tecnologias assistivas foram reconhecidos como importantes para o desempenho desse grupo.

  9. Auto e hetero-avaliação no diagnóstico de necessidades de treinamento Self and hetero assessment in training needs diagnostic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Lemes Magalhães

    2001-06-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivos: desenvolver uma metodologia de avaliação de necessidades de treinamento que incluísse atitudes; estudar a relação entre auto e hetero-avaliação, buscando avaliar conhecimentos, habilidades e atitudes; e avaliar a relação entre a auto-avaliação e algumas variáveis preditoras (tempo de trabalho na organização e na função, emprego anterior, gênero, estado civil, escolaridade e idade. Foram desenvolvidos questionários, de acordo com o método de análise de papel ocupacional. Esses questionários foram aplicados em 898 bancários e seus supervisores imediatos. Os resultados sugeriram que a metodologia parece ser adequada para analisar necessidades de treinamento. Mostraram também que existe relação significativa entre auto e hetero-avaliação de necessidades de treinamento, embora supervisores tendam a apontar maiores necessidades de treinamento, em seus subordinados, do que as auto-avaliações destes mesmos.The objectives of the present study were: to develop a training needs assessment methodology that included attitudes; to study the relationship between self and hetero assessment, by assessing knowledge, skills and attitudes; and to evaluate the relationship between self-assessment and some predicting variables (work experience at the organizational and occupational levels, prior job experience, gender, marital status, schooling and age. Questionnaires were developed, following the method of occupational role analysis. These questionnaires were applied in 898 bank employees and their immediate supervisors. Results have suggested that the methodology seems to be appropriate for analyzing training needs. They have also shown that there is a significant relationship between self and hetero assessments of training needs. However, supervisors tend to point higher training needs, in their subordinates, than the self-assessments made by the latter.

  10. Treinamento aeróbico em sobrevivente de câncer de mama: relato de caso = Aerobic training in breast cancer survivor: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reis, Andréa Dias

    2016-01-01

    Full Text Available Objetivos: Relatar a evolução de uma paciente sobrevivente de neoplasia da mama após ter sido submetida a treinamento aeróbico durante oito semanas. Descrição do Caso: Uma paciente com 47 anos, tendo sido submetida à mastectomia por neoplasia da mama há cerca de cinco anos, seguida por radioterapia e quimioterapia, realizou treinamento aeróbico em cicloergômetro e esteira ergométrica durante oito semanas, com duas sessões semanais e aumento gradativo do volume de treino. Avaliações da capacidade cardiorrespiratória, da força estática, mobilidade superior, nível de atividade física e composição corporal foram realizadas antes e após o protocolo de treinamento. A paciente demonstrou melhora na fração de ejeção do ventrículo esquerdo, diminuição da frequência cardíaca de repouso e de esforço e aumento da amplitude de movimento do ombro e no nível de atividade física. Foi detectada também diminuição da gordura corporal visceral. Não houve aumento da força muscular nem da capacidade máxima de oxigênio. Conclusões: Este relato demonstra que no caso dessa paciente, submetida a tratamento cirúrgico, radioterápico e quimioterápico para câncer de mama, foram constatados benefícios na capacidade cardiorrespiratória, na mobilidade dos membros superiores, no nível de atividade física e na composição corporal, após treinamento aeróbico durante duas sessões semanais por oito semanas

  11. Treinamento de força no meio aquático em mulheres jovens Aquatic strength training in young women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréia Silveira de Souza

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi analisar o efeito de um treinamento de força no meio aquático (TFA na força muscular de mulheres jovens saudaveis. O grupo treinamento de força (GTF, n=13 realizou o treinamento por onze semanas enquanto o grupo controle (GC, n=7 não realizou nenhum exercício físico regular durante esse período. O TFA consistiu em duas sessões semanais de 50 minutos, sendo a parte principal da sessão organizada em forma de circuito. A força máxima dinâmica (FM foi mensurada através do teste de uma repetição máxima em sete exercícios de força. Utilizou-se o teste t pareado para a comparação entre as situações pré e pós-treinamento (pThe aim of this study was to analyze the effects of an aquatic strength training (AST upon muscle strength in young and healthy women. The aquatic training group (ATG, n=13 trained during eleven weeks and the control group (CG, n=7 did not practice any exercise throughout this period. The AST was performed twice a week for 50 minutes and the main part was performed in circuit form. The maximum dynamic strength (MS was evaluated by the one repetition maximum test in seven strength exercises. The paired t test was used to compare the situations pre and post training (p<0.05. The AST showed a significant increase (p<0.001 in MS in all exercises and the increases ranged between 12.53 ± 9.28% to 25.90 ± 17.84%. No significant changes were observed in the CG. In general ways, we may recommend aquatic strength training of eleven weeks as an alternative and effective method to increase muscle strength in health and young women.

  12. Do captive-born greater rheas Rhea americana Linnaeus (Rheiformes, Rheidae remember antipredator training? Emas Rhea americana Linnaeus (Rheiformes, Rheidae se lembram do treinamento anti-predação?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano S. de Azevedo

    2006-03-01

    Full Text Available The antipredator training is a powerful tool now being used to help the reintroduced animals to recognise and escape from their predators. Testing the memory capacity of the animals after antipredator training is important to evaluate if the application of the training is worthwhile. A group of 15 captive-born greater rheas was studied at Belo Horizonte Zoo. Eight birds were antipredator trained and seven birds were not. After the end of the antipredator training sessions, we run four memory tests at 40, 55, 70 and 88 days after training was completed. The memory tests consisted of showing a predator model to the rheas and recording their behavioural responses. It was measured the capacity of antipredator information storage, the influence of the group size on the behaviour of the birds and the influence of the antipredator training on the elicitation of the correct behavioural responses of the birds when confronted by a predator. The results showed that the rheas retained predator recognition for almost three months, that the group size affected the responses of the birds (more defence behaviours expressed when tested alone and that the antipredator training is essential to elicit the adequate antipredatory responses, since untrained birds behaved in a tranquil manner when confronted by a predator model. We concluded that antipredator training is worthwhile for future reintroduction programs for greater rheas, since their memory capacity is considerable.O treinamento anti-predação é uma ferramenta poderosa usada atualmente para ajudar os animais reintroduzidos a reconhecer e escapar de seus predadores. Testar a capacidade de memória dos animais após o treinamento é importante para se avaliar a validade de sua aplicação. Um grupo de 15 emas nascidas em cativeiro foi estudado no zoológico de Belo Horizonte. Oito aves foram treinadas contra predadores e sete não. Após o término dos treinamentos, foram realizados quatro testes de mem

  13. Redução da pressão arterial, da IMC e da glicose após treinamento aeróbico em idosas com diabete tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Zaranza Monteiro

    2010-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O processo de envelhecimento associa-se ao desenvolvimento de várias doenças, que podem ser amenizadas pela prática de atividades físicas. O treinamento aeróbico é um meio efetivo para manter e melhorar as funções cardiovasculares. Além disso, desempenha um papel fundamental na prevenção e tratamento de diversas doenças crônico-degenerativas, em especial o diabete melito. OBJETIVO: Verificar os efeitos de 13 semanas de treinamento aeróbico sobre a pressão arterial, o índice de massa corpórea e a glicemia em idosas com diabete tipo 2. MÉTODOS: Onze mulheres idosas diabéticas (61,0 ± 9,1 anos de idade, sedentárias, realizaram 13 semanas de treinamento aeróbico, compondo o grupo G2. Onze idosas (60,2 ± 6,8 anos de idade controladas não realizaram exercícios físicos durante a pesquisa, constituindo o grupo-controle (G1. O grupo G1 foi submetido somente a orientações educativas uma vez na semana, e o grupo G2, a caminhadas três vezes na semana. RESULTADOS: Houve redução significativa da glicemia e da pressão arterial diastólica nos dois grupos. Não foram encontradas reduções significativas no IMC após o treinamento aeróbico em ambos os grupos. CONCLUSÃO: Treze semanas de treinamento aeróbico foi suficiente para promover reduções significativas na pressão arterial diastólica e glicemia, portanto, esse tipo de exercício reduz os fatores de risco para doenças cardiovasculares e metabólicas.

  14. Recording vocalizations with Bluetooth technology.

    Science.gov (United States)

    Gaona-González, Andrés; Santillán-Doherty, Ana María; Arenas-Rosas, Rita Virginia; Muñoz-Delgado, Jairo; Aguillón-Pantaleón, Miguel Angel; Ordoñez-Gómez, José Domingo; Márquez-Arias, Alejandra

    2011-06-01

    We propose a method for capturing vocalizations that is designed to avoid some of the limiting factors found in traditional bioacoustical methods, such as the impossibility of obtaining continuous long-term registers or analyzing amplitude due to the continuous change of distance between the subject and the position of the recording system. Using Bluetooth technology, vocalizations are captured and transmitted wirelessly into a receiving system without affecting the quality of the signal. The recordings of the proposed system were compared to those obtained as a reference, which were based on the coding of the signal with the so-called pulse-code modulation technique in WAV audio format without any compressing process. The evaluation showed p < .05 for the measured quantitative and qualitative parameters. We also describe how the transmitting system is encapsulated and fixed on the animal and a way to video record a spider monkey's behavior simultaneously with the audio recordings.

  15. Comparação de resposta da pressão intraocular frente a duas diferentes intensidades e volumes do treinamento resistido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Conte

    2014-01-01

    Full Text Available Objetivo: Verificar a influência de duas diferentes intensidades e volumes de treinamento resistido na pressão intraocular. Método: Dezenove boxeadores (13 homens e 6 mulheres; idade média de 22 ± 3 anos foram randomicamente submetidos a duas diferentes sessões de exercícios resistidos: resistência muscular com 3 séries de 15 repetições máximas e hipertrofia muscular com 4 séries de 8RM. A pressão intraocular foi obtida com Tonometro de Perkins antes, durante e após as sessões de exercício resistido. Os dados foram expressos em média e desvio padrão. Foi realizada análise de variância (ANOVA com medidas repetidas e pós teste de Tukey. Resultados: Foi observada redução da pressão intraocular durante as sessões de treinamento resistido. Contudo, a sessão de exercício para resistência muscular promoveu uma redução significativa da pressão intraocular comparada a de hipertrofia muscular. Ao final da sessão de resistência muscular a pressão intraocular retornou aos valores prévios ao exercício, por outro lado na sessão de hipertrofia muscular a pressão intraocular após o término dos exercícios apresentou-se acima dos valores iniciais. Conclusão: O treinamento resistido pode influenciar os valores da pressão intraocular, especificamente 3 séries de 15 repetições com 60% de 1RM promoveu respostas hipotensivas mais expressivas na pressão intraocular do que 3 séries de 8 repetições com 80% de 1RM. Esses achados podem contribuir para prescrição de exercício resistido para pessoas com fatores de risco para o glaucoma.

  16. Hábitos vocais em dois grupos de idosos Vocal habits in two groups of aged

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisângela Barros Soares

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar as diferenças quanto à presença dos hábitos inadequados, as formas de prevenção e os sintomas vocais, mais freqüentes, em dois grupos da terceira idade. MÉTODOS: foi aplicado um questionário com questões do tipo fechada, previamente elaboradas em 45 idosos de ambos os sexos, sendo que apenas um grupo recebeu orientações vocais durante o ano anterior à pesquisa por um profissional fonoaudiólogo. É um estudo descritivo, observacional, transversal. RESULTADOS: de acordo com os resultados, o grupo 2 que recebeu orientação vocal, possui menor freqüência de hábitos inadequados quando comparado ao grupo 1. Quanto às formas de prevenção de distúrbios da voz, a maioria do grupo 1, não possui nenhum cuidado. No grupo 2, já se constata, entre outras formas de prevenção, a referência de realização de treinamento vocal. Com relação à presença de sintomas, o grupo 1 apresentou maior freqüência quanto a cansaço ao falar (50%, dor na garganta (50%, sensação de corpo estranho (67%, do que o grupo 2. CONCLUSÃO: observa-se que houve diferenças quanto hábitos inadequados, formas de prevenção e sintomas nos dois grupos, sendo que o grupo 2 (que recebeu orientação quanto aos cuidados com a voz possui índices menores quanto aos hábitos inadequados e sintomas vocais, ou seja, de acordo com os resultados, orientações sobre saúde vocal em grupos de terceira idade é eficaz.PURPOSE: to compare the differences as for the presence of inadequate habits, forms of prevention and vocal symptoms, more frequent, in two groups of the third age. METHODS: a questionnaire was applied with questions of the closed type, previously elaborated in the 45 aged of both genders, being that only one group received vocal orientation during the previous year the research by a speech therapist professional. It is a study of the descriptive, observational, transversal. RESULTS: of accordance with the results, group 2 that

  17. Vocal Noise Cancellation From Respiratory Sounds

    National Research Council Canada - National Science Library

    Moussavi, Zahra

    2001-01-01

    Although background noise cancellation for speech or electrocardiographic recording is well established, however when the background noise contains vocal noises and the main signal is a breath sound...

  18. Modified vocal function exercises: a case report.

    Science.gov (United States)

    Radhakrishnan, Nandhakumar; Scheidt, Troy

    2012-10-01

    The aim of this case report is to highlight the modifications made to vocal function exercises to suit patient's ability. Study design. Single case report-retrospective. This case study is about a 77-year-old female with vocal fold atrophy who had difficulty demonstrating the vocal function exercises regimen. Voice therapy techniques were modified for this patient. Post-therapy examination showed significant improvement in perceptual, objective, and self-perceptual analysis of voice. The modified version can be an option for those patients unable to follow the instructions of vocal function exercises.

  19. Descrição da qualidade vocal de personagens idosos dos filmes de Hollywood Vocal quality description of senile characters from Hollywood movies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Oliveira

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: descrever a qualidade vocal de personagens idosos dos filmes de Hollywood. MÉTODOS: foram colhidas 50 amostras de fala de personagens idosos, 11 do sexo feminino e 39 do masculino, de 38 filmes hollywoodianos dos anos de 1993 a 2001. Através da análise perceptivo-auditiva das amostras de fala, 20 fonoaudiólogos treinados classificaram cada personagem em idoso e não idoso, além de avaliarem as vozes quanto aos seguintes parâmetros citados pela literatura como mais alterados: rouquidão, crepitação, soprosidade, tensão, aspereza, astenia, nasalidade, tremor, modulação, pitch e estabilidade da frequência fundamental. RESULTADOS: após a análise perceptivo-auditiva, foi observado que a grande maioria dos atores (82% utilizou voz de idoso para representar seus papéis. O marcador mais evidente nas vozes foi alteração na qualidade vocal (92%, demonstrada por crepitação (80%, soprosidade (54%, tensão (38%, rouquidão (30% e astenia (28%. O segundo marcador mais utilizado pelos atores nas suas representações foi a modulação vocal ampla e variada (44%. Também foram observadas alterações no controle da voz (36% e instabilidade da frequência fundamental (38%. CONCLUSÃO: a partir dos resultados obtidos pode-se concluir que os filmes de Hollywood caracterizam o idoso através de desvios evidentes na qualidade e modulação da voz, utilizando tipos de vozes alteradas e modulação vocal ampla e instável.PURPOSE: to describe the vocal quality of Hollywood movies characters playing elderly people roles. METHODS: a total of 50 aged character voice samples were used, 11 female and 39 male, from 38 Hollywood movies from the period between 1993 and 2001. Twenty speech therapists performed a perceptual auditory analysis. The listener's task required classifying each character either as elderly or as adult by their speech features, and also assessing their voices following the parameters that are most frequently addressed in the

  20. Efeito do treinamento de força com resistência elástica sobre o desempenho da flexão de quadril em bailarinas clássicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula ZUCCOLOTTO

    Full Text Available Resumo Para realização e manutenção de movimentos estéticos de grande amplitude articular, um bailarino necessita desenvolver além de flexibilidade, força muscular. Trabalhos científicos sobre o “ballet” apontam para uma lacuna com relação ao efeito de diferentes métodos de treinamento na produção de força muscular em grandes amplitudes de movimento. Assim, o objetivo deste estudo foi investigar os efeitos de um programa de treinamento de força com resistência elástica sobre o torque, a amplitude de movimento ativa e passiva, bem como o ângulo e o tempo de sustentação da flexão de quadril em bailarinas clássicas. Participaram deste estudo 15 bailarinas que foram divididas em dois grupos: grupo intervenção (n = 8 e grupo controle (n = 7. Durante o estudo, todas participantes mantiveram a rotina habitual de aulas de “ballet”, porém o grupo intervenção realizou um treinamento de força com resistência elástica para os flexores de quadril, o qual foi realizado duas vezes por semana, durante seis semanas. Antes e depois de seis semanas, todas participantes realizaram medidas de torque, das amplitudes ativas e passivas, bem como do ângulo e tempo de sustentação da flexão de quadril. ANOVA de um fator (grupo com medidas repetidas no tempo foi usada para identificar os efeitos da intervenção. O grupo intervenção apresentou incrementos de torque três vezes superiores ao grupo controle (grupo intervenção = 38,47% e grupo controle = 13,13%. Incrementos de 125,25% para o tempo de sustentação foram observadas somente para o grupo intervenção. Nenhum efeito foi identificado nas demais variáveis. Os achados mostram que o treinamento de força com resistência elástica gera aumentos no torque, bem como no tempo de sustentação de flexão de quadril em bailarinas clássicas.

  1. Desempenho organizacional e suas relações com competências gerenciais, suporte organizacional e treinamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Pena Brandão

    2012-12-01

    Full Text Available Na pesquisa aqui relatada, objetivou-se verificar a existência de relações preditivas entre as competências expressas por gerentes de agências bancárias, a percepção deles sobre o suporte organizacional, o número de horas dedicadas por eles a treinamentos e o desempenho das agências em que atuam. Valeu-se de questionários estruturados para coleta de dados primários, sendo a amostra constituída por 186 gerentes de agências e 77 superintendentes regionais do Banco do Brasil. Utilizaram-se, também, dados secundários sobre o desempenho das agências em seis dimensões: resultado econômico, estratégia e operações, sociedade, clientes, processos e comportamento organizacional. Foram realizadas análises de regressão padrão para teste do modelo de investigação. As competências relativas à gestão estratégica e à gestão financeira revelaram-se preditoras de diferentes dimensões do desempenho das agências. Outras competências (gestão de processos e gestão socioambiental, o número de horas dedicadas a treinamentos e a percepção dos gestores acerca das práticas de gestão de desempenho da empresa (uma dimensão do suporte organizacional apresentaram efeitos menos abrangentes. Depois de isolados os efeitos de variáveis de controle, as variâncias explicadas pelos referidos preditores situaram-se entre 2,2% e 6,8%. Recaiu sobre o desempenho da agência na perspectiva clientes o menor percentual de explicação e sobre o desempenho nas perspectivas resultado econômico e estratégia e operações a maior variância explicada. Ao final, são discutidas implicações dos resultados e apresentadas recomendações práticas.

  2. Efeitos do treinamento resistido na lipoproteína de baixa densidade Effects of resistance training on low density lipoprotein

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeferson Luis da Silva

    2010-02-01

    Full Text Available Os benefícios da prática regular do exercício físico estão claramente estabelecidos na literatura. Entretanto, a escolha do tipo de exercício ideal pode ser mais salutar para indivíduos com doenças específicas e patologias associadas. O propósito desta revisão foi verificar se o treinamento resistido (TR exerce alguma alteração no colesterol da lipoproteína de baixa densidade (LDL-C. Foram observadas grandes diferenças na literatura, dificultando uma conclusão em relação aos benefícios do TR nesta revisão. No entanto, foi visto que o TR pode ser promissor na redução dos níveis de LDL-C, principalmente em homens e mulheres adultos, em pacientes com diabetes mellitus tipo 1 e tipo 2 e em mulheres pré-menopausa, não mostrando diferenças na população idosa. Os autores concluem que o TR é uma boa opção de exercício físico para indivíduos, principalmente quando o treinamento aeróbio (TA é contraindicado.The benefits of exercise regular practice are clearly established in the literature. However, the choice of the ideal exercise may be more beneficial for individuals with specific diseases and associated pathologies. The aim of this review was to determine whether resistance training (RT promotes any change on low density lipoprotein cholesterol. Important differences were observed in research protocols, making it difficult to define the benefits of RT in this review. However, it was noticed that RT may be promising in reducing LDL-C levels mainly in adult men and women, in patients with diabetes mellitus type 1 and type 2 and in pre-menopausal women, not presenting differences in the elderly population. It was concluded that the RT is an option good of physical exercise for individuals, especially when the aerobic training (AT is contra-indicated.

  3. Respostas lactacidêmicas de ratos ao treinamento intermitente de alta intensidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carolina Panveloski-Costa

    2012-04-01

    Full Text Available Durante contrações musculares de alta intensidade intervaladas por curtos períodos de tempo há importante participação do metabolismo glicolítico e, consequentemente, aumento das concentrações de lactato sanguíneo. O objetivo do estudo foi avaliar as respostas lactacidêmicas agudas e crônicas de ratos Wistar submetidos a um treinamento intermitente de alta intensidade (salto tipo jump squat de três sessões semanais, a cada 24h, três séries de 12 repetições com intervalos de 60s entre cada uma. Houve aumento das concentrações de lactato sanguíneo durante a sessão aguda do treinamento (lactacidemia basal vs. lactacidemia após último esforço, P < 0,001. Contrariamente, após seis semanas de treinamento, ocorreu redução de 49% na resposta lactacidêmica ao exercício em relação à primeira sessão, P = 0,0002. O exercício intermitente de alta intensidade intervalado favorece a participação do sistema glicolítico; no entanto, o treinamento intermitente de alta intensidade promove redução das respostas lactacidêmicas, sugerindo melhora da capacidade de ressíntese de fosfocreatina e da biogênese mitocondrial.

  4. Treinamento aeróbico prévio à compressão nervosa: análise da morfometria muscular de ratos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisangela Lourdes Artifon

    2013-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Ciatalgia origina-se da compressão do nervo isquiático e implica em dor, parestesia, diminuição da força muscular e hipotrofia. O exercício físico é reconhecido na prevenção e reabilitação de lesões, porém quando em sobrecargas pode aumentar o risco de lesões e consequente déficit funcional. OBJETIVO: Avaliar efeitos de treinamento aeróbico prévio a modelo experimental de ciatalgia em relação a parâmetros morfométricos dos músculos sóleos de ratos. MATERIAIS E MÉTODOS: 18 ratos divididos em três grupos: simulacro (mergulho, 30 segundos; exercício regular (natação, dez minutos diários; e treinamento aeróbico progressivo (natação em tempos progressivos de dez a 60 minutos diários. Ao final de seis semanas de exercício, os ratos foram submetidos ao modelo experimental da ciatalgia. No terceiro dia após a lesão, foram eutanasiados e tiveram seus músculos sóleos dissecados, pesados e preparados para análise histológica. Variáveis analisadas: peso muscular, área de secção transversa e diâmetro médio das fibras musculares. RESULTADOS: Observou-se diferença estatisticamente significativa para todos os grupos quando se comparou músculo controle e aquele submetido à lesão isquiática. A análise intergrupos não apresentou diferença estatisticamente significativa para nenhuma das variáveis analisadas. CONCLUSÃO: Tanto o exercício físico regular quanto o treinamento aeróbico não produziram efeitos preventivos ou agravantes às consequências musculares da inatividade funcional após ciatalgia.

  5. Fatores-chave de sucesso no treinamento corporativo a distância via web Key factors for the success of web-based corporate training

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Antonio Joia

    2007-08-01

    Full Text Available Treinamentos corporativos a distância via web vêm se tornando cada vez mais freqüentes, à medida que as empresas precisam continuamente capacitar seus profissionais a um custo acessível. No entanto, de um modo geral, as organizações não sabem quais são os fatores-chave de sucesso para iniciativas dessa natureza. Assim, este artigo investiga alguns fatores críticos de sucesso associados a esses empreendimentos digitais. Para tal, o método de estudo de casos múltiplos divergentes é utilizado, analisando-se dois treinamentos corporativos na web realizados por uma grande empresa multinacional - um considerado caso de sucesso e outro de fracasso. A partir da comparação dos resultados obtidos, pela análise quantitativa dos dados coletados usando-se regressões bi e multivariadas, assim como testes de comparação de médias, e vis-à-vis o frame teórico adotado para avaliação de treinamentos na web, pode-se concluir que "orientação dos objetivos", "motivação dos alunos" e "suporte metacognitivo" foram os três fatores críticos de sucesso encontrados.Web-based corporate training has become more frequent as companies continuously need to train their employees under budgetary constraints. However, most companies do not know which are the key factors for these endeavors' success. This article investigates some critical success factors associated with these digital enterprises, using the multiple case study method is used, whereby two cases with opposite outcomes - a success and a failure - are analyzed. Comparing these two cases developed within a large multinational company by using quantitative data analysis based on bi and multivariate linear regressions, as well as comparison of averages, and vis-à-vis the theoretical framework adopted to assess web-based trainings, the study concludes that "goal orientation", "student motivation", and "metacognitive support" are three critical factors in corporate web-based training.

  6. Efeito de oito semanas de treinamento funcional sobre a composição corporal e aptidão física de idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Farias

    2015-12-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar o efeito de oito semanas de treinamento funcional sobre a composição corporal e aptidão física de idosos. Método: a amostra foi composta por 10 idosas (65,33 ± 4,08 anos, fisicamente ativas. O programa de exercícios funcionais foi realizado por um período de oito semanas consecutivas. A intensidade do exercício foi determinada por meio da percepção subjetiva de esforço (PSE de Borg. Os testes utilizados para avaliar a capacidade funcional foram: teste de equilíbrio estático; teste de velocidade de levantar de uma posição sentada; teste de flexão do cotovelo; teste de levantar da cadeira em 30 segundos. A composição corporal foi avaliada através do aparelho de bioimpedância. Resultados: melhoras significativas foram observadas na mobilidade (p=0,018, força de membros superiores (p=0,000 e força de membros inferiores (p=0,000. Com relação a composição corporal, não foram identificadas nenhuma alteração significativa para nenhuma das variáveis analisadas. Conclusão: diante do exposto, conclui-se que oito semanas de treinamento funcional foram eficazes para a melhora da aptidão física de idosos.

  7. Respostas cardiopulmonares agudas de mulheres no treinamento de força

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Antônio Gonsalves Sindorf

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar as respostas cardiopulmonares de uma sessão de treinamento de força em mulheres jovens. MÉTODO: Participaram do estudo 23 mulheres, com idade entre 18 e 29 anos. Todas as voluntárias foram submetidas aos seguintes testes: cardiopulmonar e de uma repetição máxima (1-RM. O protocolo de treinamento de força teve ênfase em hipertrofia muscular, três séries de oito a 12 repetições a 70% de 1-RM, com intervalos de um minuto e 30 segundos entre as séries. Durante a sessão de treinamento foi realizada a medida das variáveis cardiopulmonares por meio de analisador de gases metabólicos e módulo de telemetria. RESULTADOS: Os resultados do consumo de oxigênio da sessão de treinamento foram de 8,43 ± 1,76 ml/kg/min e da frequência cardíaca de 108,08 ± 15,26 bpm. Os resultados do consumo de oxigênio e da frequência cardíaca do treino foram inferiores (p < 0,01 ao do limiar ventilatório e das reservas do consumo de oxigênio e da frequência cardíaca. CONCLUSÃO: Os dados obtidos indicam que o presente protocolo de treinamento de força proporcionou pequena sobrecarga ao sistema cardiorrespiratório de mulheres jovens.

  8. Dose Vocal: uma revisão integrativa da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joana Perpétuo Assad

    Full Text Available RESUMO O objetivo da pesquisa foi realizar uma revisão da literatura referente aos tipos de dose vocal e aos resultados destas medidas em diferentes situações comunicativas. Houve levantamento da literatura nacional e internacional, publicada nos idiomas Inglês, Espanhol ou Português, utilizando-se as bases de dados MEDLINE, LILACS, IBECS e ISI (Web of Science, dos últimos 21 anos, cujos artigos estavam disponíveis na íntegra. Quinze estudos contemplaram os critérios propostos. A maioria dos artigos estudou professores, visto que são mais vulneráveis para a ocorrência de disfonia. Os tipos de dose encontrados foram porcentagem de fonação, dose temporal, dose cíclica, dose de distância, dose de energia radiada e dose de energia dissipada. O aumento da dose vocal está associado ao uso excessivo e prolongado da voz na atividade docente, principalmente entre os professores da educação infantil e os de canto. As altas doses vocais correlacionam-se também à presença de disfonia, ao maior nível de ruído ambiental, à grande variação prosódica na fala e à autopercepção de fadiga vocal. Pacientes com disfonia comportamental (nódulos e pólipos apresentam maiores doses vocais que pacientes com outros quadros disfônicos. Fatores como repouso de voz e uso do amplificador vocal indicam a diminuição da dose da voz.

  9. VOCAL SEGMENT CLASSIFICATION IN POPULAR MUSIC

    DEFF Research Database (Denmark)

    Feng, Ling; Nielsen, Andreas Brinch; Hansen, Lars Kai

    2008-01-01

    This paper explores the vocal and non-vocal music classification problem within popular songs. A newly built labeled database covering 147 popular songs is announced. It is designed for classifying signals from 1sec time windows. Features are selected for this particular task, in order to capture...

  10. Phonetic characteristics of vocalizations during pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stefan Lautenbacher

    2017-06-01

    Conclusion:. Vocalization characteristics of pain seem to be best described by an increase in pitch and in loudness. Future studies using more specific and comprehensive phonetic analyses will surely help to provide an even more precise characterization of vocalizations because of pain.

  11. Vocal communication in an avian hybrid zone

    NARCIS (Netherlands)

    Hartog, Paula Maria den

    2008-01-01

    Avian vocalizations function in mate attraction and territorial defence. Vocalizations can act as behavioural barriers and play an important role in speciation processes. Hybrid zones illustrate behavioural barriers are not always impermeable and provide a natural laboratory to examine the role of

  12. Auditory–vocal mirroring in songbirds

    Science.gov (United States)

    Mooney, Richard

    2014-01-01

    Mirror neurons are theorized to serve as a neural substrate for spoken language in humans, but the existence and functions of auditory–vocal mirror neurons in the human brain remain largely matters of speculation. Songbirds resemble humans in their capacity for vocal learning and depend on their learned songs to facilitate courtship and individual recognition. Recent neurophysiological studies have detected putative auditory–vocal mirror neurons in a sensorimotor region of the songbird's brain that plays an important role in expressive and receptive aspects of vocal communication. This review discusses the auditory and motor-related properties of these cells, considers their potential role on song learning and communication in relation to classical studies of birdsong, and points to the circuit and developmental mechanisms that may give rise to auditory–vocal mirroring in the songbird's brain. PMID:24778375

  13. EFEITOS DO TREINAMENTO COMBINADO SOBRE A FORÇA, RESISTÊNCIA E POTÊNCIA AERÓBICA EM IDOSAS

    OpenAIRE

    Guedes, Janesca Mansur; Bortoluzzi, Marília Guedes; Matte, Luciana Pauline; Andrade, Ciele Maria de; Zulpo, Nilciane Coppatti; Sebben, Vanessa; Tourinho Filho, Hugo

    2016-01-01

    RESUMO Introdução: O envelhecimento traz várias modificações, entre as quais o declínio progressivo das funções fisiológicas do organismo. Tanto o treino de força quanto um programa de resistência aeróbica são importantes para evitar o declínio funcional associado à idade. Objetivo: Avaliar os efeitos de um programa de treinamento combinado de força e resistência aeróbica sobre a força de preensão manual, a massa muscular, a resistência e potência aeróbica de idosas. Métodos: Trinta e cinc...

  14. Efeitos de um progama de treinamento de caminhada livre e caminhada nórdica em idosos sedentários

    OpenAIRE

    Natalia Andrea Gomeñuka

    2016-01-01

    Introdução: Considerando o rápido aumento da população de idosos e da sua expectativa de vida, junto com a expansão das intervenções de caminhada nórdica (NW) como método de treinamento para idosos, há uma necessidade de estudos de base experimental (ensaios clínicos randomizados controlados, ECRs) de caráter preventivo e de boa qualidade metodológica que permitam aos profissionais da educação física, da saúde e da reabilitação a tomada de decisões relativas ao tipo, volume, intensidade de ex...

  15. Efeito de dois protocolos de treinamento de força muscular sobre funcionalidade de idosos associada ao risco de queda

    OpenAIRE

    Marciano, Luciana Medeiros

    2013-01-01

    Resumo: O objetivo deste estudo foi verificar e comparar o efeito de dois protocolos de treinamento de força (60-80% da carga máxima) sobre a funcionalidade de idosos. Trinta e três idosos foram divididos em três grupos, sendo dois grupos experimentais (grupos GI e GII) e um grupo controle (GC) (n=10; 64,00 5,6 anos; IMC=27,6 4,6 kg/m2). O grupo GI (n=11; 65,6 4,9 anos; IMC=29,2 3,8 kg/m2) realizou exercícios de força para os músculos abdutores do quadril e plantiflexores enquanto que...

  16. Discutindo a avaliação de um programa de capacitação para enfermeiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Melo

    1999-03-01

    Full Text Available o artigo discute a pertinência de atividades de treinamento desenvolvidas no setor saúde, com base em uma experiência concreta avaliada pelas autoras. Aponta e discute os elementos considerados relevantes para a introdução de treinamentos para trabalhadores da saúde que pretendam contribuir no desenvolvimento de competências e que ultrapassem a mera dimensão de adestramento para tarefas específicas. Distingue as dificuldades existentes tanto na utilização do treinamento como parte do processo de desenvolvimento de pessoas, bem como as dificuldades no processo de transferência dos conhecimentos adquiridos no processo de trabalho.

  17. Diagnóstico dos centros de treinamento de alto rendimento do Brasil cujas modalidades atendidas têm expectativa de conquista de medalhas nos Jogos Olímpicos de 2016

    OpenAIRE

    Mariana Antonelli

    2016-01-01

    Resumo: A partir do entendimento que o sucesso esportivo de um país está relacionado, dentre outros fatores, à infraestrutura esportiva, tem-se a necessidade de investigar os Centros de Treinamento de Esporte do Brasil a fim de obter um diagnóstico das instalações e verificar se, de fato, elas podem ser classificadas e reconhecidas como Centros de Alto Rendimento Esportivo em âmbito internacional, já que no Brasil não há um documento com informações sobre padrões mínimos necessários. Para del...

  18. Treinamento neuromotor no padrão de marcha e na mobilidade de tornozelos em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Caroline de Lima

    2015-12-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar o efeito do treinamento neuromotor no padrão de marcha e a mobilidade de tornozelos em idosos. Métodos: Ensaio controlado não aleatorizado, de corte transversal, realizado em Rio Negrinho, Santa Catarina, no período de maio a setembro de 2015, com amostra de 26 idosas divididas em grupo controle (GC=15 e grupo treinamento neuromotor (GTN=11. A avaliação do padrão de marcha ocorreu através do Protocolo de Cerny e a mobilidade de tornozelos, através da goniometria. O GC realizou atividade física regular composta por aquecimento, exercícios de alongamento e fortalecimento muscular de grandes grupos musculares de membros e desaquecimento. O GTN recebeu treinamento neuromotor em forma de circuito composto por 10 estações, com aquecimento, treinamento neuromotor, desaquecimento e repetição do circuito em 3 vezes, com permanência de 1 minuto em cada estação e 30 segundos de intervalo entre elas, com progressão de dificuldade dos exercícios após a sexta semana. Ambos os grupos realizaram a atividade por 12 semanas (2 vezes semanais, com duração de 45 minutos. Análise ocorreu pelo teste t, adotando um nível de significância de p<0,05. Resultados: Houve melhora significativa em dorsiflexão de ambos os tornozelos (direito p=0,00 e esquerdo=0,02 e em ambos os grupos; já no padrão de marcha, não houve melhora significativa após treinamento neuromotor (velocidade p=0,55; tempo de deambulação p=0,6. Conclusão: O treinamento neuromotor beneficiou a manutenção do padrão de marcha (velocidade e tempo de deambulação e a mobilidade articular de tornozelos em idosas avaliadas.

  19. Papilionoideae (Leguminosae arbóreas e lianas na estação de pesquisa, treinamento e educação ambiental (EPTEA, Mata do Paraíso, Viçosa, Zona da Mata Mineira Trees and lianes of the papilionoideae (Leguminosae in the research, training and environmental education station (EPTEA, Mata do Paraíso, Viçosa, Zona da Mata Mineira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izabella Martins da Costa Rodrigues

    2007-01-01

    Full Text Available Este trabalho consiste em um levantamento florístico das árvores e lianas pertencentes à Papilionoideae da Mata do Paraíso, importante fragmento de Floresta Estacional Semidecidual Submontana, no Município de Viçosa, Zona da Mata mineira. A pesquisa de campo foi realizada por meio de visitas à área de estudo, no período de julho/2004 a agosto/2005. Foram reconhecidos 12 táxons infra-específicos pertencentes a oito gêneros, sendo Machaerium Pers. (4 spp. e Dalbergia L. f. (2 spp. os mais representativos. São apresentados chaves de identificação, descrições, ilustrações e comentários sobre os táxons analisados. Dalbergia nigra (Vell. Allemão ex Benth., espécie vulnerável, e Ormosia vicosana Rudd, endêmica da região, foram encontradas na EPTEA.This work is a floristic survey of trees and lianas of the Papilionoideae in the Mata do Paraíso, an important fragment of Submontane Semideciduous Seasonal Forest, in Viçosa, Zona da Mata Mineira. The fieldwork was carried out through visits to the studied area, from July/2004 to August/2005. Twelve taxa represented by eight genera were recorded. Machaerium Pers. (4spp. and Dalbergia L. f. (2 spp. were the most representatives. Identification keys, descriptions and illustrations are presented for the analyzed taxa. Dalbergia nigra (Vell. Allemão ex Benth., vulnerable species and, Ormosia vicosana Rudd, endemic for the region were found at EPTEA.

  20. Vocal Loading in Speaking a Foreign Language.

    Science.gov (United States)

    Järvinen, Kati; Laukkanen, Anne-Maria

    2015-01-01

    This study investigated whether speaking a foreign language affects the subjective notions of vocal fatigue, and whether acoustic measurements reveal a higher vocal loading. The speech samples of 20 native Finnish-speaking and 23 native English-speaking subjects were recorded in Finnish and in English. From the speech samples, fundamental frequency, equivalent sound level, total duration of voiced speech, speech rate, alpha ratio and L1-L0 level difference were analyzed. Vocal doses were calculated. According to subjective notions, the voice gets tired more quickly when speaking a foreign language. The mean fundamental frequency increased but the speech rate and total duration of voiced speech decreased significantly when speaking a foreign language. Thus, the vocal doses decreased. The subjective sensations of increased vocal fatigue may be due to increased mental stress rather than to higher vocal loading. However, a trend that speaking a foreign language may involve more loading was found in L1-L0 level difference and in the doses normalized to time dose. Longer speech samples should be studied. Voice quality-based indicators of vocal loading are worth testing in addition to the measures based on the amount of voicing in speech. © 2015 S. Karger AG, Basel.

  1. Aerodynamic and acoustic features of vocal effort.

    Science.gov (United States)

    Rosenthal, Allison L; Lowell, Soren Y; Colton, Raymond H

    2014-03-01

    The purpose of this study was to determine the aerodynamic and acoustic features of speech produced at comfortable, maximal and minimal levels of vocal effort. Prospective, quasi-experimental research design. Eighteen healthy participants with normal voice were included in this study. After task training, participants produced repeated syllable combinations at comfortable, maximal and minimal levels of vocal effort. A pneumotachometer and vented (Rothenberg) mask were used to record aerodynamic data, with simultaneous recording of the acoustic signal for subsequent analysis. Aerodynamic measures of subglottal pressure, translaryngeal airflow, maximum flow declination rate (MFDR), and laryngeal resistance were analyzed, along with acoustic measures of cepstral peak prominence (CPP) and its standard deviation (SD). Participants produced significantly greater subglottal pressure, translaryngeal airflow, and MFDR during maximal effort speech as compared with comfortable vocal effort. When producing speech at minimal vocal effort, participants lowered subglottal pressure, MFDR, and laryngeal resistance. Acoustic changes associated with changes in vocal effort included significantly higher CPP during maximal effort speech and significantly lower CPP SD during minimal effort speech, when each was compared with comfortable effort. For healthy speakers without voice disorders, subglottal pressure, translaryngeal airflow, and MFDR may be important factors that contribute to an increased sense of vocal effort. Changes in the cepstral signal also occur under conditions of increased or decreased vocal effort relative to comfortable effort. Copyright © 2014 The Voice Foundation. Published by Mosby, Inc. All rights reserved.

  2. Vocal ontogeny in neotropical singing mice (Scotinomys.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Polly Campbell

    Full Text Available Isolation calls produced by dependent young are a fundamental form of communication. For species in which vocal signals remain important to adult communication, the function and social context of vocal behavior changes dramatically with the onset of sexual maturity. The ontogenetic relationship between these distinct forms of acoustic communication is surprisingly under-studied. We conducted a detailed analysis of vocal development in sister species of Neotropical singing mice, Scotinomys teguina and S. xerampelinus. Adult singing mice are remarkable for their advertisement songs, rapidly articulated trills used in long-distance communication; the vocal behavior of pups was previously undescribed. We recorded 30 S. teguina and 15 S. xerampelinus pups daily, from birth to weaning; 23 S. teguina and 11 S. xerampelinus were recorded until sexual maturity. Like other rodent species with poikilothermic young, singing mice were highly vocal during the first weeks of life and stopped vocalizing before weaning. Production of first advertisement songs coincided with the onset of sexual maturity after a silent period of ≧2 weeks. Species differences in vocal behavior emerged early in ontogeny and notes that comprise adult song were produced from birth. However, the organization and relative abundance of distinct note types was very different between pups and adults. Notably, the structure, note repetition rate, and intra-individual repeatability of pup vocalizations did not become more adult-like with age; the highly stereotyped structure of adult song appeared de novo in the first songs of young adults. We conclude that, while the basic elements of adult song are available from birth, distinct selection pressures during maternal dependency, dispersal, and territorial establishment favor major shifts in the structure and prevalence of acoustic signals. This study provides insight into how an evolutionarily conserved form of acoustic signaling provides

  3. Coping strategies in teachers with vocal complaint.

    Science.gov (United States)

    Zambon, Fabiana; Moreti, Felipe; Behlau, Mara

    2014-05-01

    To understand the coping strategies used by teachers with vocal complaints, compare the differences between those who seek and those who do not seek voice therapy, and investigate the relationships among coping and voice perceptual analysis, coping and signs and symptoms of voice, and coping and participation restrictions and limitations in vocal activities. Cross-sectional nonrandomized prospective study with control group. Ninety female teachers participated in the study, of similar ages, divided into three groups: group 1 (G1) comprised 30 teachers with vocal complaints who sought voice therapy, group 2 (G2) comprised 30 teachers with vocal complaints who never sought voice therapy, and group 3 (G3) comprised 30 teachers without vocal complaints. The following analysis were conducted: identification and characterization questionnaire, addressing personal and occupational description, recording speech material for voice perceptual analysis, Voice Signs and Symptoms Questionnaire, Voice Activity and Participation Profile (VAPP), and Voice Disability Coping Questionnaire (VDCQ)-Brazilian Version. In relation to the voice perceptual analysis, there was statistically significant difference between the groups with vocal complaint (G1+G2), which had showed voices with mild-to-moderate deviation, and the group without vocal complaint (G1), which showed voices within the normal variability of voice quality (mean for G1 = 49.9, G2 = 43.7, and G3 = 32.3, P Teachers with vocal complaints who looked for voice therapy use more coping strategies. Moreover, they present a tendency to use more problem-focused coping strategies. Voice symptoms prompt the teachers into seeking treatment; however, they are not correlated with the coping itself. In general, the higher the perception of limitation and restriction of participating in vocal activities, the greater the use of coping strategies. Copyright © 2014 The Voice Foundation. Published by Mosby, Inc. All rights reserved.

  4. Quem está motivado para aprender nos cursos oferecidos pelas empresas?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Mourão

    2010-08-01

    Full Text Available O mercado de trabalho tem se tornado mais competitivo e as organizações têm realizado programas de treinamento e desenvolvimento, buscando resultados eficazes em relação aos recursos humanos. Esta investigação teve como objetivo principal verificar se as características da clientela, do treinamento e das organizações influenciam nos resultados da motivação para aprender. A amostra foi obtida por conveniência, com 220 trabalhadores que estavam iniciando ações de capacitação em sete empresas privadas do Estado do Rio de Janeiro. Utilizaram-se escalas validadas para mensurar a motivação para aprender e as crenças sobre o sistema de treinamento. Foram realizadas análises descritivas e regressão múltipla padrão. Os resultados indicam que as crenças em relação ao sistema e tipo de treinamento, tipo de instrutor e tempo de empresa são preditoras da motivação para aprender. Foram discutidas implicações práticas dos resultados e sugerida agenda de pesquisa para a área.

  5. Vocal Cord Paralysis and its Etiologies: A Prospective Study

    OpenAIRE

    Seyed Javad Seyed Toutounchi; Mahmood Eydi; Samad EJ Golzari; Mohammad Reza Ghaffari; Nashmil Parvizian

    2014-01-01

    Introduction: Vocal cord paralysis is a common symptom of numerous diseases and it may be due to neurogenic or mechanical fixation of the cords. Paralysis of the vocal cords is just a symptom of underlying disease in some cases; so, clinical diagnosis of the underlying cause leading to paralysis of the vocal cords is important. This study evaluates the causes of vocal cord paralysis. Methods: In a prospective study, 45 patients with paralyzed vocal cord diagnosis were examined by tests such a...

  6. Multidimensional Analysis on the Effect of Vocal Function Exercises on Aged Vocal Fold Atrophy.

    OpenAIRE

    Kaneko, Mami; Hirano, Shigeru; Tateya, Ichiro; Kishimoto, Yo; Hiwatashi, Nao; Fujiu-Kurachi, Masako; Ito, Juichi

    2015-01-01

    Age-related voice change is characterized as weak, harsh, and breathy. These changes are caused by histologic alteration of the lamina propria of the vocal fold mucosa as well as atrophy of the thyroarytenoid muscle. Several therapeutic strategies involving laryngeal framework surgery and injection laryngoplasty have been tried, but effects have been limited. Vocal function exercises (VFE) have been used to treat age-related vocal fold atrophy although the effectiveness has been shown with li...

  7. Nocturnal "humming" vocalizations: adding a piece to the puzzle of giraffe vocal communication.

    Science.gov (United States)

    Baotic, Anton; Sicks, Florian; Stoeger, Angela S

    2015-09-09

    Recent research reveals that giraffes (Giraffa camelopardalis sp.) exhibit a socially structured, fission-fusion system. In other species possessing this kind of society, information exchange is important and vocal communication is usually well developed. But is this true for giraffes? Giraffes are known to produce sounds, but there is no evidence that they use vocalizations for communication. Reports on giraffe vocalizations are mainly anecdotal and the missing acoustic descriptions make it difficult to establish a call nomenclature. Despite inconclusive evidence to date, it is widely assumed that giraffes produce infrasonic vocalizations similar to elephants. In order to initiate a more detailed investigation of the vocal communication in giraffes, we collected data of captive individuals during day and night. We particularly focussed on detecting tonal, infrasonic or sustained vocalizations. We collected over 947 h of audio material in three European zoos and quantified the spectral and temporal components of acoustic signals to obtain an accurate set of acoustic parameters. Besides the known burst, snorts and grunts, we detected harmonic, sustained and frequency-modulated "humming" vocalizations during night recordings. None of the recorded vocalizations were within the infrasonic range. These results show that giraffes do produce vocalizations, which, based on their acoustic structure, might have the potential to function as communicative signals to convey information about the physical and motivational attributes of the caller. The data further reveal that the assumption of infrasonic communication in giraffes needs to be considered with caution and requires further investigations in future studies.

  8. The impact of noninvasive ventilation during the physical training in patients with moderate-to-severe chronic obstructive pulmonary disease (COPD O impacto da ventilação não-invasiva no treinamento físico em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica moderada a grave

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andreza Toledo

    2007-01-01

    dispnéia, força muscular respiratória e análise de gases expirados como consumo de oxigênio, produção de dióxido de carbono. RESULTADOS: Em ambos os grupos houve melhora significativa na dispnéia e saturação periférica de oxigênio no mesmo nível de esforço, na distância percorrida no teste cardiopulmonar e na força muscular respiratória (p<0,05. Somente o grupo treinamento físico+B teve melhora significativa de freqüência cardíaca, pressão arterial sistólica e consumo de oxigênio após treinamento (p<0,05. Além disso, significativa redução do lactato sanguíneo foi observada para o mesmo nível de exercício no grupo treinamento físico+B quando comparado com treinamento físico isolado (1,3±0,7 e 2,5±0,9mMol/L, p<0,05, respectivamente. CONCLUSÃO: O treinamento físico associado com BiPAP® aumenta a capacidade muscular oxidativa, e pode ser um recurso coadjuvante da reabilitação física de pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica.

  9. "Desenvolvimento de um Simulador de Treinamento para Operadores do Reator de Pesquisa IEA-R1"

    OpenAIRE

    Ricardo Pinto de Carvalho

    2006-01-01

    Este trabalho apresenta o desenvolvimento de um Simulador do Reator de Pesquisa IEAR1. O Simulador foi desenvolvido com Visual C++ em duas etapas: 1) construção dos modelos matemáticos e 2) criação e configuração de interfaces gráficas em um aplicativo Windows XP. Utilizou-se uma modelagem simplificada dos principais fenômenos físicos: o nuclear através de cinética pontual, e o modelo de térmica e hidráulica através das leis de conservação de massa e energia no canal médio do reator. As equaç...

  10. Efeito do treinamento resistido sobre a osteoporose após a menopausa: estudo de atualização Effect of resistance training on postmenopausal osteoporosis: update

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Salazar Jovine

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar o efeito de intervenções com treinamento resistido sobre a força muscular e densidade mineral óssea nos sítios de maior ocorrência de fraturas relacionadas a osteoporose em mulheres no estágio de vida após a menopausa. METODOLOGIA: Estudo de atualização por meio de revisão sistemática de ensaios controlados randomizados e meta-análise nas bases de dados do Colégio Americano de Medicina Esportiva e da Biblioteca Cochrane no período compreendido entre os anos de 1985 e fevereiro de 2005. RESULTADOS: Foram encontrados vinte e seis estudos que atenderam os critérios de inclusão, realizados nos países Alemanha, Austrália, Áustria, Canadá, China, Estados Unidos, França, e Japão, com um total de 2.300 mulheres com idades entre 40 e 92 anos. Intervenções com treinamento resistido apresentaram resultados estatisticamente significantes sobre a força muscular e a densidade mineral óssea nos sítios vértebras lombares, fêmur (triângulo de Ward/trocanter e quadril total. CONCLUSÃO: O treinamento resistido mostrou ser capaz de prover estímulo para aumentar a força muscular e a formação óssea, influenciando os fatores de risco relacionados com osteoporose e quedas seguidas de fratura em mulheres no estágio de vida após a menopausa.OBJECTIVE: to investigate the effect of interventions with resistance training on muscular strength and bone mineral density on the sites of higher incidence of osteoporotic fractures in postmenopausal women. METHODOLOGY: update study through a systematic review of randomized controlled trials and meta-analysis in the databases of the American College of Sports Medicine and the Cochrane Library was conducted from 1985 up to, and including, February 2005. RESULTS: twenty-six studies met inclusion criteria from Germany, Australia, Austria, Canada, China, United States, France and Japan, with a total of 2,300 women with ages ranging from 40 to 92 years. Interventions with

  11. Heart rate variability and soccer training: a case study Variabilidade da frequência cardíaca e treinamento de futebol: um estudo de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Gattás Bara-Filho

    2013-03-01

    Full Text Available The aim of this study was to monitor changes in HRV indices of two players of the same soccer team during a training period. Training loads of each session of the 3-week period were monitored by means of the training impulses (TRIMP method. Resting RR intervals at supine position were obtained at five moments over 3-week period. The HRV indices (SD1, SDNN, RMSSD and HF followed similar inter-subject patterns. They had similar values at M1 and, from M2, these variables were greater in athlete 1 than in athlete 2. At M2 and M4, athlete 1 presented a parasympathetic rebound, especially in SD1, SDNN and RMSSD, whereas athlete 2 presented reduction of these indices. We can advance that indices of HRV can be useful to monitor the effects of soccer training/competitive loads on parasympathetic modulation, being sensitive to both individual characteristics and to periods of stress and recovery.O objetivo do presente estudo foi monitorar as mudanças nos índices da VFC em dois jogadores da mesma equipe de futebol durante um período de treinamento. A carga de treinamento de cada sessão foi monitorada durante 3 semanas pelo método TRIMP. Os intervalos RR de repouso na posição supina foram obtidos em cinco diferentes momentos durante três semanas. Os índices da VFC (SD1, SDNN, RMSSD e HF apresentaram padrões semelhantes em M1, mas em M2, estes valores foram maiores no atleta 1 quando comparados ao atleta 2. Em M2 e M4, o atleta 1 apresentou um rebote parassimpático em SD1, SDNN e RMSSD, enquanto o atleta 2 apresentou redução deste índices. Pode-se concluir que os índices da VFC podem ser úteis para monitorar os efeitos do treinamento de futebol na modulação parassimpática, sendo sensíveis a períodos de estresse e recuperação.

  12. A interferência da posição corporal na transmissibilidade vibratória durante o treinamento com plataforma vibratória

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Pires Vasconcellos

    2014-10-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2014v16n6p597 O treinamento vibratório de corpo inteiro sobre plataformas vibratórias tem sido muito difundido nos contextos do treinamento físico, promoção da saúde e reabilitação física, sendo o posicionamento sobre a plataforma um dos fatores responsáveis pela transmissão das vibrações às estruturas corporais dos indivíduos. Desta forma, o objetivo geral deste estudo foi comparar as características das vibrações transmitidas às estruturas corporais de adultos em suas posições corporais em diferentes intensidades de vibração. Vinte sujeitos (10 homens e 10 mulheres com média de idade de 27,8 ± 2,9 anos, foram selecionados de forma intencional. Os dados foram adquiridos com acelerômetros triaxiais fixados ao corpo dos sujeitos sobre uma plataforma vibratória, nas frequências de 20, 35, 50 e 70Hz e amplitudes de deslocamento de 2,0; e 6,0mm, na posição estendida (PE e posição flexionada (PF. Foi aplicada estatística descritiva e inferencial (p≤0,05. Foram identificadas diferenças estatisticamente significativas na magnitude e transmissibilidade vibratória entre as posições corporais, em todas as intensidades analisadas, com maior atenuação das vibrações na PF, principalmente, durante a passagem dos estímulos vibratórios pelos membros inferiores. Pode-se concluir que a posição corporal adotada pelos sujeitos sobre a plataforma vibratória interfere diretamente na transmissibilidade das vibrações, sendo a PF a mais adequada para aplicação desse método de treinamento, por garantir uma melhor estabilidade corporal sobre a plataforma e promover uma atenuação mais efetiva das vibrações, evitando, assim, a ocorrência de acelerações indesejadas na cabeça.

  13. Improvement of a Vocal Fold Imaging System

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Krauter, K. G. [Lawrence Livermore National Lab. (LLNL), Livermore, CA (United States)

    2017-02-01

    Medical professionals can better serve their patients through continual update of their imaging tools. A wide range of pathologies and disease may afflict human vocal cords or, as they’re also known, vocal folds. These diseases can affect human speech hampering the ability of the patient to communicate. Vocal folds must be opened for breathing and the closed to produce speech. Currently methodologies to image markers of potential pathologies are difficult to use and often fail to detect early signs of disease. These current methodologies rely on a strobe light and slower frame rate camera in an attempt to obtain images as the vocal folds travel over the full extent of their motion.

  14. Real-Time Vocal Tract Modelling

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    K. Benkrid

    2008-03-01

    Full Text Available To date, most speech synthesis techniques have relied upon the representation of the vocal tract by some form of filter, a typical example being linear predictive coding (LPC. This paper describes the development of a physiologically realistic model of the vocal tract using the well-established technique of transmission line modelling (TLM. This technique is based on the principle of wave scattering at transmission line segment boundaries and may be used in one, two, or three dimensions. This work uses this technique to model the vocal tract using a one-dimensional transmission line. A six-port scattering node is applied in the region separating the pharyngeal, oral, and the nasal parts of the vocal tract.

  15. Measurement of vocal doses in virtual classrooms

    DEFF Research Database (Denmark)

    Bottalico, Pasquale; Pelegrin Garcia, David

    2010-01-01

    different acoustical conditions, that combined different kind of background noise and virtual classroom acoustics. Readings from the vocal fold vibrations were registered with an Ambulatory Phonation Monitor device. The speech signal from the talker in the center of the facility was picked up with a head...... with an artificial head (corresponding to the mouth-ears path) placed at the talker position while simulating the classrooms. Time histories of the vocal fold vibration readings, with the trend of the fundamental frequency and an estimation of the sound pressure level, sampled every 50 ms, were obtained. From...... these data the vocal doses Time dose, Vocal Loading Index, Distance Dose, Energy Dissipation Dose, and Radiated Energy Dose were calculated and correlated with the acoustical features of the classrooms....

  16. Incapacidad vocal en docentes de la provincia de Huelva Voice handicap in Huelva's teachers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Javier Barbero-Díaz

    2010-03-01

    Full Text Available Introducción: La prevalencia de trastornos de la voz en docentes en nuestro entorno se sitúa entre el 34% y 57%. Desde el año 2006 la patología por nódulos de las cuerdas vocales se considera enfermedad profesional. El Índice de Incapacidad Vocal es una herramienta validada para valorar el menoscabo asociado a la disfonía que percibe la persona. Objetivos: Valorar el impacto de la disfonía y las posibles diferencias en la incapacidad vocal entre factores relacionados con la disfonía. Material y Métodos: Durante el examen de salud voluntario los docentes son interrogados sobre síntomas de disfonía y cumplimentan el Índice de Incapacidad Vocal. Resultados: Los docentes con incapacidad moderada y severa representan el 16,6% y 1,2% respectivamente. Un 50,9% han presentado síntomas de disfonía en algún momento de su vida laboral. Se encuentran diferencias significativas en la incapacidad vocal según el diagnostico de nódulos de cuerdas vocales, la presencia de síntomas y el número de síntomas. Conclusiones: la disfonía supone un importante impacto en la población estudiada. El diagnostico de nódulos de cuerdas vocales, la presencia de síntomas y el número de síntomas de disfonía conllevan diferencias al valorar el menoscabo. No es posible realizar la extrapolación.Introduction: The prevalence of voice disorders in teachers in our environment is between 34% and 57%. Since 2006, the pathology of vocal cord nodules is considered an occupational disease. Vocal Handicap Index is a validated tool to assess the impairment associated with the perceived dysphonia. Objectives: To assess the impact of dysphonia and the possible differences in the vocal disability in function of dysphonia-related factors in teachers. Methods: During the exam of health, volunteer teachers are interviewed about symptoms of dysphonia and complete the Vocal Handicap Index. Results: Teachers with moderate and severe disability represent 16.6% and 1

  17. Adaptações neuromusculares ao treinamento de força e concorrente em homens idosos.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Lusa Cadore

    2012-06-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2012v14n4p483 O objetivo desse estudo foi revisar os resultados acerca das adaptações neuro-musculares ao treinamento de força (TF e concorrente (TC em homens idosos. Foram consultadas as bases de dados da Pubmed, Scopus e Scielo de 1980 a 2012. A partir dessa busca, 3390 artigos tiveram seus títulos avaliados e 127 foram selecionados para uma segunda análise para leitura dos abstracts. Destes, 92 artigos foram lidos completamente e 25 artigos foram selecionados e tiveram seus resultados descritos. Diversos estudos demonstraram  que idosos submetidos ao TF apresentam aumento na força, potência, ativação e massa muscular. A melhora na força decorrente do TF pode ser explicada através de adaptações neurais e morfológicas. As principais adaptações neurais ao TF consistem no aumento no recrutamento das unidades motoras (UMs, bem como no aumento na freqüência de disparo das UMs. Já as adaptações morfológicas incluem o aumento da área de secção transversa (AST fisiológica muscular, bem como no aumento na espessura muscular, ângulo de penação das fibras e modificações nas isoformas de cadeia pesada de miosina e conversão de fibras do subtipo IIX para IIa. Recomenda-se a inclusão do TF de intensidade moderada a alta (65-85% da força máxima na rotina dessa população para a melhora da função neuromuscular. Embora o TC promova adaptações neuromusculares significativas, a magnitude dessas adaptações pode ser inferior quando comparada ao TF. Apesar de o TC resultar em interferência nas adaptações neuromusculares, o TC também promove melhora na função cardiovascular, sendo essa intervenção mais recomendada para promoção da saúde em idosos.

  18. Resposta da taxa metabólica de repouso após 16 semanas de treinamento com pesos em mulheres na pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Bonganha

    2011-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As alterações corporais provenientes da menopausa como a diminuição da massa magra (MM, aumento e redistribuição da gordura corporal e diminuição do gasto energético de repouso, colaboram para o aumento nas dimensões corporais e subsequente aumento da massa corporal total. Nesse sentido, os benefícios reconhecidos do treinamento com pesos (TP não estão atrelados apenas ao aumento da força e hipertrofia muscular, mas também à composição corporal e, consequentemente, na taxa metabólica de repouso (RMR. OBJETIVO: Avaliar a resposta da RMR após 16 semanas de TP em mulheres na pós-menopausa. MÉTODOS: Participaram 28 voluntárias, subdivididas em dois grupos: treinamento (GT n = 17 e controle (GC n = 11. O programa de TP foi realizado em três sessões semanais, em dias alternados e com duração de aproximadamente 60 min/sessão, por 16 semanas. A intensidade da carga foi determinada por meio de zona alvo de repetições máximas (RM, com reajuste semanal de carga. O consumo de oxigênio (O2 e da produção de gás carbônico (CO2, por meio de calorimetria indireta de circuito aberto, foi utilizado para cálculo da RMR segundo equação de Weir (1949. ANÁLISE ESTATÍSTICA: Foi utilizado pacote estatístico Bioestat na versão 5.0, com nível de significância de p < 0,05. RESULTADOS: Houve aumento significante dos valores de MM e força muscular, somente no GT. Não foram encontradas diferenças significantes para os valores da RMR após a intervenção para ambos os grupos. CONCLUSÃO: O programa de TP de 16 semanas foi eficiente para promover alterações na composição corporal e força muscular de mulheres na pós-menopausa; entretanto, não houve alteração da RMR após a intervenção.

  19. Validação do Questionário de Performance Vocal no Brasil Validation of the Vocal Performance Questionnaire in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Rabelo Paulinelli

    2012-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Realizar a validação do Vocal Performance Questionnaire para o Português Brasileiro. MÉTODOS: Foram seguidos os passos do Scientific Advisory Committee of the Medical Outcomes Trust - SAC. Primeiramente foram analisados os aspectos de modelo conceitual e de medida, confiabilidade, validade, sensibilidade, interpretabilidade e demanda de administração e resposta. O questionário foi traduzido e também retrotraduzido por duas fonoaudiólogas fluentes na língua. As versões foram comparadas e a versão em Português do questionárion foi gerada, recebendo o nome Questionário de Performance Vocal - QPV. O questionário foi aplicado em 325 indivíduos, 160 com queixa vocal e 165 indivíduos sem queixa vocal, com distribuição semelhante de gênero e idade. Posteriormente, os escores dos dois grupos foram comparados e o questionário foi reaplicado em 39 participantes disfônicos, para avaliação da confiabilidade e reprodutibilidade do questionário. O intervalo de confiança considerado foi 95%. RESULTADOS: Todas as 12 questões foram mantidas e o questionário apresentou medidas psicométricas confiáveis de validade, confiabilidade e reprodutibilidade e sensibilidade. CONCLUSÃO: A versão brasileira chamada Questionário de Performance Vocal - QPV, é um protocolo confiável, válido, sensível a mudanças, de fácil aplicação e cálculo de resultados, podendo ser um instrumento importante para compor a avaliação fonoaudiológica do indivíduo disfônico.PURPOSE: To validate the Vocal Performance Questionnaire into Brazilian Portuguese. METHODS: The guidelines of the Scientific Advisory Committee of the Medical Outcomes Trust - SAC were followed. Initially, aspects of conceptual model and measurement, reliability, validity, sensitivity, interpretability, and demand of management and response were analyzed. The questionnaire was translated and back translated by two speech-language pathologists fluent in English. The

  20. Vocal health fitness to different music styles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cláudia Mendes Caminha Muniz

    2010-09-01

    Full Text Available Objective: To present genres and styles currently running on western music scene, focusing on the practice of singing voice. Methods: An observational and documental study for which were selected sound sources presenting musical genres and styles that are part of the experience of the researchers, which were analyzed considering origins, formative elements and vocal features. Alongside we carried out a review of literature grounded in databases research and free review of websites and classical books of the area. Results: The selected styles (Rock and Roll, Heavy Metal, Trash Metal, Grunge, Gothic Metal, Rap, Funk, Blues, R&B – Rhythm and Blues, Soul, Gospel, MPB, Samba, Forro, Sertanejo, Bossa Nova, Opera and Chamber Music were described, pointing the reasons for the speech therapist to be informed about them and about singing voice aspects. His guidance may minimize possible vocal damage caused by each style, since each of them carries its own patterns to which the interpreter must submit. Conclusions: We conclude that the singer will use a specific vocal pattern that resembles the musical style he intends to sing, regardless of any harm it may or may not cause to vocal health. When choosing a musical style, it is important that the singer has the knowledge and understanding of how the use of his vocal apparatus will cause or not cause injury to his voice. Also be aware that the technique in singing is necessary for vocal longevity.

  1. Treinamento aeróbico melhora a capacidade funcional de pacientes em hemodiálise crônica Aerobic exercise improves physical capacity in patients under chronic hemodialysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diane Michela Nery Henrique

    2010-06-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Na população geral, a prática regular de exercícios físicos se associa à melhora da capacidade funcional e à redução de eventos cardiovasculares. Já em portadores de doença renal crônica, uma população com significativo comprometimento da capacidade funcional e elevadas taxas de mortalidade cardiovascular, poucos estudos avaliam os efeitos da atividade física. OBJETIVO: Avaliar o efeito do treinamento aeróbico durante as sessões de hemodiálise, sobre a capacidade funcional e a pressão arterial de pacientes renais crônicos. MÉTODOS: Foram avaliados 14 pacientes portadores de doença renal crônica sob tratamento hemodialítico, antes e depois de 12 semanas de treinamento aeróbico realizado durante as sessões de hemodiálise. Os pacientes foram submetidos a monitorização ambulatorial da pressão arterial de 24 horas, teste de caminhada de 6 minutos e teste cardiopulmonar de exercício antes e depois do período de treinamento. RESULTADOS: Após o treinamento, observou-se aumento significativo da distância percorrida no teste de caminhada de 6 minutos de 509 ± 91,9 m para 555 ± 105,8 m, além de redução significativa da pressão arterial sistólica de 151 ± 18,4 mmHg para 143 ± 14,7 mmHg, da pressão arterial diastólica de 94 ± 10,5 mmHg para 91 ± 9,6 mmHg e da pressão arterial média de 114 ± 13,0 mmHg para 109 ± 11,4 mmHg. CONCLUSÃO: O treinamento aeróbico realizado durante as sessões de hemodiálise contribuiu para a melhora da capacidade funcional e para o controle da hipertensão arterial dos pacientes portadores de doença renal crônica.BACKGROUND: In the general population, regular practice of physical exercises is associated with improved physical capacity and reduction of cardiovascular events. Concerning patients with chronic kidney disease, a population with significant impairment of physical capacity and high rates of cardiovascular mortality, few studies have evaluated the effects

  2. Quem está motivado para aprender nos cursos oferecidos pelas empresas?

    OpenAIRE

    Mourão, Luciana; Marins, Jesiane

    2010-01-01

    O mercado de trabalho tem se tornado mais competitivo e as organizações têm realizado programas de treinamento e desenvolvimento, buscando resultados eficazes em relação aos recursos humanos. Esta investigação teve como objetivo principal verificar se as características da clientela, do treinamento e das organizações influenciam nos resultados da motivação para aprender. A amostra foi obtida por conveniência, com 220 trabalhadores que estavam iniciando ações de capacitação em sete empresas pr...

  3. Efeito da suplementação de creatina, associada ou não ao treinamento de força, sobre a peroxidação lipídica em mulheres idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiano Robles Rodrigues ALVES

    2014-03-01

    Full Text Available O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito da suplementação de creatina associada ou não ao treinamento de força sobre a peroxidação lipídica em mulheres idosas. Foi conduzido um estudo clínico, randomizado, duplo-cego e controlado por placebo, no qual mulheres idosas foram randomizadas para compor quatro grupos: 1 suplementação com placebo (PL; n = 10; 2 suplementação com creatina (CR; n = 10; 3 suplementação com placebo associado ao treinamento de força (PL+TR; n = 6; e 4 suplementação com creatina associado ao treinamento de força (CR+TR; n = 8. Antes (PRE e após 24 semanas (POS de intervenção, foram coletadas amostras de sangue para posterior análise das concentrações plasmáticas de hidroperóxidos lipídicos por espectrofotometria. Nenhuma diferença estatística foi observada na concentração de hidroperóxidos lipídicos entre os grupos (PL: PRE = 48,7 ± 36,9; POS = 29,3 ± 18,8; delta = -13,0 ± 26,8; CR: PRE = 51,0 ± 46,0; POS = 54,2 ± 51,6; delta = -8,6 ± 30,2; PL+TR: PRE = 33,0 ± 11,2; POS = 47,3 ± 31,6; Δ = 14,3 ± 39,2; CR+TR: PRE = 18,5 ± 10,1; POS = 28,1 ± 17,9; delta = 9,7 ± 16,4 pmol.mg-1 de proteína total; p = 0,17. A suplementação de creatina associada ou não ao treinamento de força não afetou a peroxidação lipídica, um importante marcador de estresse oxidativo no plasma, em mulheres idosas.

  4. Avian vocal mimicry: a unified conceptual framework.

    Science.gov (United States)

    Dalziell, Anastasia H; Welbergen, Justin A; Igic, Branislav; Magrath, Robert D

    2015-05-01

    Mimicry is a classical example of adaptive signal design. Here, we review the current state of research into vocal mimicry in birds. Avian vocal mimicry is a conspicuous and often spectacular form of animal communication, occurring in many distantly related species. However, the proximate and ultimate causes of vocal mimicry are poorly understood. In the first part of this review, we argue that progress has been impeded by conceptual confusion over what constitutes vocal mimicry. We propose a modified version of Vane-Wright's (1980) widely used definition of mimicry. According to our definition, a vocalisation is mimetic if the behaviour of the receiver changes after perceiving the acoustic resemblance between the mimic and the model, and the behavioural change confers a selective advantage on the mimic. Mimicry is therefore specifically a functional concept where the resemblance between heterospecific sounds is a target of selection. It is distinct from other forms of vocal resemblance including those that are the result of chance or common ancestry, and those that have emerged as a by-product of other processes such as ecological convergence and selection for large song-type repertoires. Thus, our definition provides a general and functionally coherent framework for determining what constitutes vocal mimicry, and takes account of the diversity of vocalisations that incorporate heterospecific sounds. In the second part we assess and revise hypotheses for the evolution of avian vocal mimicry in the light of our new definition. Most of the current evidence is anecdotal, but the diverse contexts and acoustic structures of putative vocal mimicry suggest that mimicry has multiple functions across and within species. There is strong experimental evidence that vocal mimicry can be deceptive, and can facilitate parasitic interactions. There is also increasing support for the use of vocal mimicry in predator defence, although the mechanisms are unclear. Less progress has

  5. Stuttering: A novel bullfrog vocalization

    Science.gov (United States)

    Simmons, Andrea; Suggs, Dianne

    2004-05-01

    The advertisement call of male bullfrogs (Rana catesbeiana) consists of a series of individual croaks, each of which contains multiple harmonics with a missing or attenuated fundamental frequency of approximately 100 Hz. The envelope of individual croaks has typically been represented in the literature as smooth and unmodulated. From an analysis of 5251 advertisement calls from 17 different choruses over two mating seasons, we show that males add an extra modulation (around 4 Hz) to the envelope of individual croaks, following specific rules. We term these extra modulations stutters. Neither single croak calls nor the first croak in multiple croak calls contains stutters. When stuttering begins, it does so with a croak containing a single stutter, and the number of stutters increases linearly (plus or minus 1 stutter, up to 4 stutters) with the number of croaks. This pattern is stable across individual males (N=10). Playback experiments reveal that vocal responses to stuttered and nonstuttered calls vary with proximity to the stimulus. Close males respond with nonstuttered calls, while far males respond with stuttered calls. The data suggest that nonstuttered calls are used for aggressive or territorial purposes, while stuttered calls are used to attract females.

  6. Vocal fold elasticity of the Rocky Mountain elk (Cervus elaphus nelsoni) – producing high fundamental frequency vocalization with a very long vocal fold

    OpenAIRE

    Riede, Tobias; Titze, Ingo R.

    2008-01-01

    The vocal folds of male Rocky Mountain elk (Cervus elaphus nelsoni) are about 3 cm long. If fundamental frequency were to be predicted by a simple vibrating string formula, as is often done for the human larynx, such long vocal folds would bear enormous stress to produce the species-specific mating call with an average fundamental frequency of 1 kHz. Predictions would be closer to 50 Hz. Vocal fold histology revealed the presence of a large vocal ligament between the vocal fold epithelium and...

  7. Treinamento funcional e classificação internacional de funcionalidade: uma aproximação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elenilton Correia de Souza

    2016-09-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2016v18n4p493   A Classificação Internacional de Funcionalidade (CIF foi elaborada pela Organização Mundial de Saúde para unificar a linguagem entre profissionais de saúde dentro de um modelo biopsicossocial. A CIF contém domínios que se assemelham com aspectos conceituais e perspectivas práticas do treinamento funcional (TF. Existe limitação consensual de quais aspectos devem ser considerados sobre o termo “funcionalidade”, além de ser notório a pouca utilização da CIF em programas de atividade física. O objetivo dessa aproximação é defender a aplicação prática da CIF como forma de complementar uma avaliação funcional em métodos do tipo TF. Foram realizadas discussões sobre como o termo “funcionalidade” pode ser melhor compreendido em programas de atividades física, bem como algumas possibilidades de operacionalizar a CIF no TF. A escassez de evidências da utilização da CIF em relação às Ciências do Esporte elucida a necessidade dessa aproximação podendo contribuir na ampliação de informações da saúde funcional dos indivíduos.

  8. HIV/AIDS e Treinamento Concorrente: a Revisão Sistemática HIV/Aids and Concurrent Training: Systematic Review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Ramos Lazzarotto

    2010-04-01

    Full Text Available O uso da terapia anti-retroviral combinada (TARV aumentou a expectativa de vida dos portadores do vírus da imunodeficiência humana (HIV e, como conseqüência, torna-se constante o estudo do processo fisiopatológico da infecção e das estratégias de intervenção que possam melhorar a qualidade de vida destes indivíduos. O treinamento concorrente, definido como a associação dos componentes aeróbios e força na mesma sessão de exercícios pode ser inserido neste contexto. O objetivo deste artigo é revisar os aspectos centrais da infecção pelo HIV e as evidências existentes sobre o treinamento concorrente com séries múltiplas e simples nos parâmetros imunológico, virológico, cardiorrespiratório e neuromuscular de pessoas infectadas pelo HIV. O método utilizado foi uma revisão sistemática, com artigos publicados entre 2000-2007, nas bases de dados scielo e pubmed e também em dissertações e teses da biblioteca digital da educação física, esporte e saúde. As evidências científicas encontradas nos 8 estudos analisados indicam que o treinamento concorrente, tanto com séries múltiplas quanto séries simples, melhora os parâmetros cardiorrespiratório e neuromuscular; no entanto, os resultados dos parâmetros imunológico e virológico ainda não estão completamente esclarecidos, principalmente sobre os protocolos com séries simples. Considerando o número restrito de trabalhos apresentados, sugere-se o desenvolvimento de estudos com treinamento concorrente em vários desfechos clínicos para pessoas infectadas pelo HIV.The highly active antiretroviral therapy (HAART increased life expectancy in individuals infected with the human immunodeficiency virus (HIV. Alternative strategies have been used in order to improve their quality of life and minimize the HAART effect; among these we can name physical exercise. Concurrent training, the combination of aerobic and strength training in the same exercise session, is used

  9. Vocal effort and voice handicap among teachers.

    Science.gov (United States)

    Sampaio, Márcio Cardoso; dos Reis, Eduardo José Farias Borges; Carvalho, Fernando Martins; Porto, Lauro Antonio; Araújo, Tânia Maria

    2012-11-01

    The relationship between voice handicap and professional vocal effort was investigated among teachers in a cross-sectional study of census nature on 4496 teachers within the public elementary education network in Salvador, Bahia, Brazil. Voice handicap (the outcome of interest) was evaluated using the Voice Handicap Index 10. The main exposure, the lifetime vocal effort index, was obtained as the product of the number of years working as a teacher multiplied by the mean weekly working hours. The prevalence of voice handicap was 28.8% among teachers with high professional vocal effort and 21.3% among those with acceptable vocal effort, thus yielding a crude prevalence ratio (PR) of 1.36 (95% confidence interval [CI]=1.14-1.61). In the final logistic model, the prevalence of voice handicap was statistically associated with the professional vocal effort index (PR=1.47; 95% CI=1.19-1.82), adjusted according to sex, microphone availability in the classroom, excessive noise, pressure from the school management, heartburn, and rhinitis. Copyright © 2012 The Voice Foundation. Published by Mosby, Inc. All rights reserved.

  10. [Bilateral vocal cord paralysis in children].

    Science.gov (United States)

    Takamatsu, I

    1996-01-01

    Eighteen infantile cases with bilateral vocal cord paralysis were treated at our hospital from 1970 to 1993. All cases were diagnosed using a flexible fiberscope to examine the larynx. Direct laryngoscopy was performed under general anesthesia for the definite diagnosis and differential diagnosis from laryngomalacia, subglottic stenosis, tracheal stenosis, or laryngeal web. Bilateral vocal cord paralysis in children is a rare disease, there have been few and reported cases. Eight cases were male and 10 cases were female. Thirteen cases were congenital, 4 cases acquired and 1 case was unknown. The characteristic symptoms of bilateral vocal cord paralysis include normal or near normal phonation with inspiratory stridor which may progress to complete respiratory obstruction. Associated anomalies and diseases included 3 cases of immature infant, 2 of myelomeningocele, and single cases of Arnold-Chiari malformation, cerebral palsy, hydrocephalus, laryngomalacia, William's syndrome, Wiedemann-Beckwith syndrome, hypoxia, esophageal hiatus hernia, gastroesophageal reflex, spina bifida, COFS syndrome, and cerebral atrophy. Laryngeal function was completely recovered in seven cases following growth of the children incompletely recovered in five cases, and 2 cases retained right vocal cord paralysis. Tracheostomy was performed in 2 cases. One case died from the original disease, and the other one case was unknown. Swallowing function, phonation and development were good. Our experience suggests that the airway with bilateral vocal cord paralysis in children can be managed well without the need for tracheostomy.

  11. Viscoelastic properties of the false vocal fold

    Science.gov (United States)

    Chan, Roger W.

    2004-05-01

    The biomechanical properties of vocal fold tissues have been the focus of many previous studies, as vocal fold viscoelasticity critically dictates the acoustics and biomechanics of phonation. However, not much is known about the viscoelastic response of the ventricular fold or false vocal fold. It has been shown both clinically and in computer simulations that the false vocal fold may contribute significantly to the aerodynamics and sound generation processes of human voice production, with or without flow-induced oscillation of the false fold. To better understand the potential role of the false fold in phonation, this paper reports some preliminary measurements on the linear and nonlinear viscoelastic behavior of false vocal fold tissues. Linear viscoelastic shear properties of human false fold tissue samples were measured by a high-frequency controlled-strain rheometer as a function of frequency, and passive uniaxial tensile stress-strain response of the tissue samples was measured by a muscle lever system as a function of strain and loading rate. Elastic moduli (Young's modulus and shear modulus) of the false fold tissues were calculated from the measured data. [Work supported by NIH.

  12. Aula mix e treinamento resistido: comparação da influência do treinamento sobre valências físicas - doi: 10.5102/ucs.v12i2.2983

    OpenAIRE

    Giuliano Roberto Silva; Arthur Alves Silva; Marcela Cardoso Costa Oliveira

    2014-01-01

    O estudo objetivou comparar Aula Mix e Treinamento Resistido avaliando quais teriam maior influência no percentual de gordura, flexibilidade e força. Foram elencadas 20 universitárias entre 20 e 30 anos, em dois grupos, n1 = 10 praticantes de Aula Mix (jump, cycle indoor, step e ginástica localizada) e n2 = 10 praticantes de Treinamento Resistido. Os treinos foram realizados durante 8 semanas em 3 sessões de 60 minutos, em dias alternados. Os métodos de avaliação foram: “Sargent Jump”, arreme...

  13. CONTRIBUIÇÕES DA PERIODIZAÇÃO TÁTICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE UMA IDENTIDADE COLETIVA EM EQUIPES DE FUTEBOL

    OpenAIRE

    Borges, Paulo Henrique; Antonello, Allana; Pereira, Vanildo Rodrigues; Teixeira, Dourivaldo; Oliveira, José Ricardo; Rinaldi, Wilson

    2014-01-01

    A Periodização Tática é uma nova metodologia de treinamento criada em Portugal especificamente para se treinar futebol. Objetivo: estabelecer um levantamento de informações a respeito da Periodização Tática, buscando perceber seus contributos para o desenvolvimento das equipes de futebol. Método: foram entrevistados três treinadores portugueses da cidade do Porto, em Portugal. Resultados: os resultados indicaram que a referida metodologia de treinamento apresenta uma sólida base de apoio teór...

  14. Phonosurgery of vocal fold polyps, cysts and nodules is beneficial

    DEFF Research Database (Denmark)

    Jensen, Jane Bjerg; Rasmussen, Niels

    2013-01-01

    This study reports our experience with microscopic phonosurgery (PS) of benign lesions of the vocal folds.......This study reports our experience with microscopic phonosurgery (PS) of benign lesions of the vocal folds....

  15. A influência do treinamento na discinesia escapular em jogadoras de voleibol: um estudo prospectivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Rozenblit Soliaman

    2015-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: No movimento de ataque, o equilíbrio do ritmo escapulotorácico exerce papel fundamental na eficiência do gesto esportivo, sendo a discinesia escapular comumente associadas a lesões específicas do ombro do arremessador. Dentre suas causas é frequentemente relatada a fadiga muscular consequente ao uso excessivo da musculatura periescapular. OBJETIVO: Avaliar a influência do treinamento na presença de discinesia escapular em atletas de voleibol. MÉTODOS: Trata-se de um estudo de coorte prospectivo, no qual foram avaliadas 12 atletas do gênero feminino praticantes de voleibol, que não possuíam cirurgias prévias nos ombros e praticavam no mínimo 10 horas de treinos semanais. Foi realizada avaliação pré e pós treino, no qual realizavam 30 min de aquecimento e 120 min de treino específico da modalidade. A discinesia escapular foi avaliada em 'SIM' ou 'NÃO', definida de acordo com a presença ou ausência de alterações no padrão de movimento escapulotorácico, respectivamente. RESULTADOS: A prevalência de discinesia nesta população foi identificada em nove das doze atletas na avaliação pré-treino (75% e após a realização do treinamento uma atleta que não apresentava inicialmente alteração evoluiu com o padrão de discinesia, resultando na prevalência acumulada de 10 atletas (83% nesta população. CONCLUSÃO: Concluiu-se que uma única sessão de treinamento foi capaz de aumentar a prevalência de discinesia escapular em 8% (ou uma atleta das atletas de voleibol.

  16. Respostas hemodinâmicas a um protocolo de treinamento isométrico de preensão manual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio Gil Soares de Araújo

    2011-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: No passado, os exercícios isométricos foram proscritos para cardiopatas. Contudo, evidências recentes sugerem que um protocolo de treinamento isométrico de preensão manual (PTIM - quatro séries de dois minutos a 30% da força máxima - provoca efeitos favoráveis sobre a modulação autonômica e reduz os níveis de pressão arterial sistólica (PAS e diastólica (PAD de repouso. OBJETIVO: Visando obter subsídios para uma ampla aplicabilidade clínica, quantificamos as principais respostas hemodinâmicas durante uma sessão de PTIM em pacientes de um programa de exercício supervisionado. MÉTODOS: Quarenta e um pacientes (36 homens realizaram o PTIM com medidas da frequência cardíaca (FC e da PA antes, durante cada uma das duas séries feitas com o braço esquerdo e um minuto após a finalização. As medidas foram colhidas mediante um sinal de eletrocardiograma em um tensiômetro oscilométrico digital Tango+, previamente validado para condições de exercício físico. RESULTADOS: PTIM foi adequadamente realizado e sem a ocorrência de reações clínicas adversas. Observou-se um pequeno aumento dos níveis de PAS e de PAD, respectivamente, 16 e 7 mm Hg (p < 0,05 e um incremento ainda menor da FC - 3 bpm - (p < 0,05, quando compararam-se os dados obtidos aos 80 segundos da última série com os de pré-exercício. Um minuto pós-esforço, os valores de FC, de PAS e PAD já haviam praticamente retornado aos níveis iniciais. CONCLUSÃO: PTIM foi bem tolerado por pacientes em programas de exercício, gerando uma repercussão hemodinâmica transiente e modesta, sem induzir a rápida inativação vagal cardíaca característica dos exercícios dinâmicos e curtos.

  17. Efeitos do treinamento muscular inspiratório nos pacientes em hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Giendruczak da Silva

    2011-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A doença renal crônica associada ao tratamento hemodialítico pode apresentar uma diversidade de complicações músculo-esqueléticas, além de trazer repercussões à função pulmonar. OBJETIVO: Avaliar os efeitos do treinamento muscular inspiratório na força muscular inspiratória, função pulmonar e capacidade funcional em pacientes com insuficiência renal crônica submetidos à hemodiálise. MÉTODO: Ensaio clínico não controlado, composto por 15 indivíduos com diagnóstico médico de insuficiência renal crônica, submetidos à hemodiálise. Foram avaliados pressões inspiratória máxima (PImáx e expiratória máxima (PEmáx através da manovacuometria; função pulmonar pela espirometria e a capacidade funcional através da distância percorrida e consumo de oxigênio obtido no teste da caminhada dos seis minutos (TC6M. No período de oito semanas, foi aplicado o protocolo de treinamento muscular respiratório (TMI durante a sessão de hemodiálise, com carga estabelecida de 40% da PImáx e uma frequência semanal de três dias alternados. RESULTADOS: Houve um aumento significativo na variável distância percorrida após o treinamento (455 ± 98 versus 558 ± 121; p = 0,003. Não foram encontradas diferenças estatísticas na comparação antes e após treinamento nas demais variáveis do estudo. CONCLUSÃO: O estudo não apresentou diferença estatística na força muscular respiratória, na função pulmonar e no consumo de oxigênio. Observou-se apenas um aumento na distância do TC6M.

  18. Responses of primate frontal cortex neurons during natural vocal communication

    OpenAIRE

    Miller, Cory T.; Thomas, A. Wren; Nummela, Samuel U.; de la Mothe, Lisa A.

    2015-01-01

    The role of primate frontal cortex in vocal communication and its significance in language evolution have a controversial history. While evidence indicates that vocalization processing occurs in ventrolateral prefrontal cortex neurons, vocal-motor activity has been conjectured to be primarily subcortical and suggestive of a distinctly different neural architecture from humans. Direct evidence of neural activity during natural vocal communication is limited, as previous studies were performed ...

  19. Vocal Hygiene Habits and Vocal Handicap Among Conservatory Students of Classical Singing.

    Science.gov (United States)

    Achey, Meredith A; He, Mike Z; Akst, Lee M

    2016-03-01

    This study sought to assess classical singing students' compliance with vocal hygiene practices identified in the literature and to explore the relationship between self-reported vocal hygiene practice and self-reported singing voice handicap in this population. The primary hypothesis was that increased attention to commonly recommended vocal hygiene practices would correlate with reduced singing voice handicap. This is a cross-sectional, survey-based study. An anonymous survey assessing demographics, attention to 11 common vocal hygiene recommendations in both performance and nonperformance periods, and the Singing Voice Handicap Index 10 (SVHI-10) was distributed to classical singing teachers to be administered to their students at two major schools of music. Of the 215 surveys distributed, 108 were returned (50.2%), of which 4 were incomplete and discarded from analysis. Conservatory students of classical singing reported a moderate degree of vocal handicap (mean SVHI-10, 12; range, 0-29). Singers reported considering all 11 vocal hygiene factors more frequently when preparing for performances than when not preparing for performances. Of these, significant correlations with increased handicap were identified for consideration of stress reduction in nonperformance (P = 0.01) and performance periods (P = 0.02) and with decreased handicap for consideration of singing voice use in performance periods alone (P = 0.02). Conservatory students of classical singing report more assiduous attention to vocal hygiene practices when preparing for performances and report moderate degrees of vocal handicap overall. These students may have elevated risk for dysphonia and voice disorders which is not effectively addressed through common vocal hygiene recommendations alone. Copyright © 2016 The Voice Foundation. Published by Elsevier Inc. All rights reserved.

  20. Efeito do treinamento físico na pressão arterial de adolescentes com obesidade

    OpenAIRE

    Farah, Breno Quintella; Berenguer, Mariana de Freitas; Prado, Wagner Luiz do; C. Júnior, Crivaldo Gomes; Dias, Raphael Mendes R.

    2012-01-01

    OBJETIVO: Descrever, por meio de uma revisão sistemática, os efeitos do treinamento físico sobre a pressão arterial em adolescentes com obesidade. FONTES DE DADOS: Recorreu-se à revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados que analisaram o efeito do treinamento físico sobre a pressão arterial de adolescentes obesos, publicados em periódicos indexados nas bases de dados PubMed/Medline, Lilacs, SciELO e ISI Web of KnowledgeSM. Foram incluídos os estudos que avaliaram adolescentes public...

  1. COMPARA????O DE PAR??METROS NUTRICIONAIS ENTRE PRATICANTES DE TREINAMENTO RESISTIDO VEGETARIANO, VEGANO E ON??VOROS

    OpenAIRE

    Obeid, Mariana Soares; Marangon, Ant??nio Felipe Corr??a

    2015-01-01

    Dietas vegetarianas s??o normalmente pobres em prote??na, vitamina B12 e gorduras saturadas e ricas em carboidratos, fibra, ??cido f??lico e vitamina C. O objetivo desse estudo foi comparar os par??metros nutricionais de praticantes de treinamento resistido vegetariano, vegano e on??voro. Foram selecionados por amostra de conveni??ncia 2 vegetarianos, 3 veganos e 3 on??voros praticantes de treinamento resistido, com mensura????o de estatura, peso e dobras cut??neas e analisados...

  2. Tirosina hidroxilase como marcador da atividade simpática em artérias musculares esqueléticas e renais de ratos normotensos: efeitos do treinamento fisico.

    OpenAIRE

    Katia Burgi

    2007-01-01

    Apesar de não alterar a pressão de normotensos, o treinamento físico (T) promove importantes ajustes periféricos e adapatações centrais do controle cardiovascular mediados pelo vago e simpático. Neste trabalho investigamos os efeitos do T (55% da capacidade máxima) sobre a inervação simpática vascular para os territórios muscular esquelético (locomotor e não locomotor) e renal e adrenais, através de imunohistoquimica e Western Blot para Tirosina-Hidroxilase (TH). T aumentou a capacidade físic...

  3. ETIOLOGICAL FACTORS FOR VOCAL FOLD POLYP FORMATION

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DAŠA GLUVAJIĆ

    2016-05-01

    Full Text Available Background: Vocal fold polyp is one of the most common causes for hoarseness. Many different etiological factors contribute to vocal fold polyp formation. The aim of the study was to find out whether the etiological factors for polyp formation have changed in the last 30 years.Methods: Eighty-one patients with unilateral vocal fold polyp were included in the study. A control group was composed of 50 volunteers without voice problems who matched the patients by age and gender. The data about etiological factors and the findings of phoniatric examination were obtained from the patients' medical documentation and from the questionnaires for the control group. The incidence of etiological factors was compared between the two groups. The program SPSS, Version 18 was used for statistical analysis.Results: The most frequent etiological factors were occupational voice load, GER, allergy and smoking. In 79% of patients 2 – 6 contemporary acting risk factors were found. Occupational voice load (p=0,018 and GER (p=0,004 were significantly more frequent in the patients than in the controls. The other factors did not significantly influence the polyp formation.Conclusions: There are several factors involved simultaneously in the formation of vocal fold polyps both nowadays and 30 years ago. Some of the most common factors remain the same (voice load, smoking, others are new (GER, allergy, which is probably due to the different lifestyle and working conditions than 30 years ago. Occupational voice load and GER were significantly more frequently present in the patients with polyp than in the control group. Regarding the given results it is important to instruct workers with professional vocal load about etiological factors for vocal fold polyp formation.

  4. Oral Breathing Challenge in Participants with Vocal Attrition

    Science.gov (United States)

    Sivasankar, Mahalakshmi; Fisher, Kimberly V.

    2003-01-01

    Vocal folds undergo osmotic challenge by mouth breathing during singing, exercising, and loud speaking. Just 15 min of obligatory oral breathing, to dry the vocal folds, increases phonation threshold pressure (P[subscript th]) and expiratory vocal effort in healthy speakers (M. Sivasankar & K. Fisher, 2002). We questioned whether oral breathing is…

  5. Vocalizations of the South African cliff swallow Hirundo spilodera

    African Journals Online (AJOL)

    Vocalizations of the South African cliff swallow. Hirundo spilodera. A.A. Earle. National Museum, Bloemfontein. The vocalizations of both adult and juvenile South African cliff swallows Hirundo spilodera are described. This swallow has a large vocal repertoire considering that it is a highly colonial species, and at least seven ...

  6. Acoustic Analysis and Electroglottography in Elite Vocal Performers.

    Science.gov (United States)

    Villafuerte-Gonzalez, Rocio; Valadez-Jimenez, Victor M; Sierra-Ramirez, Jose A; Ysunza, Pablo Antonio; Chavarria-Villafuerte, Karen; Hernandez-Lopez, Xochiquetzal

    2017-05-01

    Acoustic analysis of voice (AAV) and electroglottography (EGG) have been used for assessing vocal quality in patients with voice disorders. The effectiveness of these procedures for detecting mild disturbances in vocal quality in elite vocal performers has been controversial. To compare acoustic parameters obtained by AAV and EGG before and after vocal training to determine the effectiveness of these procedures for detecting vocal improvements in elite vocal performers. Thirty-three elite vocal performers were studied. The study group included 14 males and 19 females, ages 18-40 years, without a history of voice disorders. Acoustic parameters were obtained through AAV and EGG before and after vocal training using the Linklater method. Nonsignificant differences (P > 0.05) were found between values of fundamental frequency (F 0 ), shimmer, and jitter obtained by both procedures before vocal training. Mean F 0 was similar after vocal training. Jitter percentage as measured by AAV showed nonsignificant differences (P > 0.05) before and after vocal training. Shimmer percentage as measured by AAV demonstrated a significant reduction (P performers undergoing vocal training. EGG demonstrated better efficacy for detecting improvements and provided additional parameters as compared to AAV. Copyright © 2017 The Voice Foundation. Published by Elsevier Inc. All rights reserved.

  7. Nomenclature proposal to describe vocal fold motion impairment

    NARCIS (Netherlands)

    Rosen, Clark A.; Mau, Ted; Remacle, Marc; Hess, Markus; Eckel, Hans E.; Young, VyVy N.; Hantzakos, Anastasios; Yung, Katherine C.; Dikkers, Frederik G.

    2016-01-01

    The terms used to describe vocal fold motion impairment are confusing and not standardized. This results in a failure to communicate accurately and to major limitations of interpreting research studies involving vocal fold impairment. We propose standard nomenclature for reporting vocal fold

  8. Nomenclature proposal to describe vocal fold motion impairment

    NARCIS (Netherlands)

    Rosen, Clark A.; Mau, Ted; Remacle, Marc; Hess, Markus; Eckel, Hans E.; Young, VyVy N.; Hantzakos, Anastasios; Yung, Katherine C.; Dikkers, Frederik G.

    The terms used to describe vocal fold motion impairment are confusing and not standardized. This results in a failure to communicate accurately and to major limitations of interpreting research studies involving vocal fold impairment. We propose standard nomenclature for reporting vocal fold

  9. The Development and Validation of the Vocalic Sensitivity Test.

    Science.gov (United States)

    Villaume, William A.; Brown, Mary Helen

    1999-01-01

    Notes that presbycusis, hearing loss associated with aging, may be marked by a second dimension of hearing loss, a loss in vocalic sensitivity. Reports on the development of the Vocalic Sensitivity Test, which controls for the verbal elements in speech while also allowing for the vocalics to exercise their normal metacommunicative function of…

  10. The Importance of Vocal Parameters Correlation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valentin Ghisa

    2016-06-01

    Full Text Available To analyze communication we need to study the main parameters that describe the vocal sounds from the point of view of information content transfer efficiency. In this paper we analyze the physical quality of the “on air" information transfer, according to the audio streaming parameters and from the particular phonetic nature of the human factor. Applying this statistical analysis we aim to identify and record the correlation level of the acoustical parameters with the vocal ones and the impact which the presence of this cross-correlation can have on communication structures’ improvement.

  11. Angyomatous vocal polypus: a complete spontaneous regression

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edmir Américo Lourenço

    Full Text Available The authors describe a male patient who had malignant lymphoma seven years ago which remitted with chemotherapy.Two years ago he developed dysphonia. An unilateral, pediculate smooth red lesion on the right vocal fold was later discovered. Even without benefit of medicamentosus treatment, the patient refused surgery. In a reevaluation using rigid telescopy of the larynx two years later, the lesion had disappeared, completely and spontaneously. As there are no existing publications on this topic, this case report is an alert that surgery should be recommended with extreme caution in this type of vocal disease.

  12. MARATHON DESPITE UNILATERAL VOCAL FOLD PARALYSIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matthias Echternach

    2008-06-01

    Full Text Available The principal symptoms of unilateral vocal fold paralysis are hoarseness and difficulty in swallowing. Dyspnea is comparatively rare (Laccourreye et al., 2003. The extent to which unilateral vocal fold paralysis may lead to respiratory problems at all - in contrast to bilateral vocal fold paralysis- has not yet well been determined. On the one hand, inspiration is impaired with unilateral vocal fold paralysis; on the other hand, neither the position of the vocal fold paralysis nor the degree of breathiness correlates with respiratory parameters (Cantarella et al., 2003; 2005. The question of what respiratory stress a patient with a vocal fold paresis can endure has not yet been dealt with.A 43 year-old female patient was suffering from recurrent unspecific respiratory complaints for four months after physical activity. During training for a marathon, she experienced no difficulty in breathing. These unspecific respiratory complaints occurred only after athletic activity and persisted for hours. The patient observed neither an increased coughing nor a stridor. Her voice remained unaltered during the attacks, nor were there any signs of a symptomatic gastroesophageal reflux or infectious disease. A cardio-pulmonary and a radiological examination by means of an X-ray of the thorax also revealed no pathological phenomena. As antiallergic and antiobstructive therapy remained unsuccessful, a laryngological examination was performed in order to exclude a vocal cord dysfunction.Surprisingly enough, the laryngostroboscopy showed, as an initial description, a vocal fold paralysis of the left vocal fold in median position (Figure 1. The anamnestic background for the cause was unclear. The only clue was a thoracotomy on the left side due to a pleuritis in childhood. A subsequent laryngoscopic examination had never been performed. Good mucosa waves and amplitudes were shown bilateral with complete glottal closure. Neither in the acoustic analysis, nor in the

  13. [Biofeedback in young singer vocal training].

    Science.gov (United States)

    Ciochină, Paula; Ciochină, Al D; Burlui, Ada; Zaharia, D

    2007-01-01

    Biofeedback therapy is a learning process that is based on "operant conditioning" techniques. To estimate the significance of biofeedback to an accurate and faster control of singing voice emission. Significantly, it was discovered that professional singers active in performing of both classical and music theatre repertoire with regard to the visual-kinesthetic effect of melodic contour in musical notation as it affect vocal timbre. The results of the study also indicate that the development of new technology for youth singer vocal training, may be useful to these singers.

  14. Efeitos do treinamento funcional com cargas sobre a composição corporal: Um estudo experimental em mulheres fisicamente inativas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Cartaxo Pereira

    2012-03-01

    Full Text Available O presente estudo objetivou analisar os efeitos do treinamento funcional com cargas (TFC na composição corporal de mulheres fisicamente inativas. Vinte mulheres (25.70 ± 4.20 anos foram designadas aleatoriamente para os grupos experimental (GE, n = 10 e controle (GC, n = 10, tendo o GE realizado 12 semanas de TFC, enquanto o GC não recebeu qualquer intervenção. As variáveis antropométricas avaliadas em ambos os grupos foram: massa corporal (MC, estatura, índice de massa corporal (IMC, massa de gordura absoluta, massa corporal magra (MCM e percentual de gordura (%G. Os testes t de Student independente e pareado foram utilizados para a comparação das médias inter e intra-grupos experimental e controle (p < .05. O GE apresentou reduções significativas nos valores de %G (p < .001, enquanto o GC aumentou seus níveis de MCM (p < .001, IMC (p < .001 e MC (p = .021. Os resultados indicaram que após de 12 semanas o TFC reduz os níveis de gordura corporal, mas não promove aumentos de MCM em mulheres fisicamente inativas.

  15. Unidades fraseológicas especializadas eventivas no âmbito do Treinamento de Força: um “exercício” exploratório

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia dos Santos Dornelles

    2014-12-01

    Full Text Available Apoiado na Teoria Comunicativa da Terminologia, este estudo buscou identificar, descrever e analisar, de uma perspectiva linguística, a formação de unidades fraseológicas especializadas (UFE eventivas (cf. BEVILACQUA, 2004 no âmbito do Treinamento de Força (TF – uma especialidade da Educação Física. Para tanto, exploramos, com o programa AntConc (2011, um corpus de 21 artigos científicos em português sobre TF. Entre os achados do estudo, destacamos a variação denominativa (quase-sinonímia e conceitual (polissemia em unidades terminológicas e fraseológicas extraídas; e a predominância de nominalizações, comparadas a verbos e particípios, nas UFE eventivas. Os procedimentos e critérios adotados, e as conclusões a que chegamos servirão de base para a tomada de decisões referentes à inclusão dessas fraseologias em um protótipo de glossário bilíngue (Português-Inglês dirigido a tradutores, produto de nossa pesquisa de mestrado.

  16. Influência do treinamento excêntrico nas razões de torque de flexores/extensores do joelho Knee torque ratio after eccentric training

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Juner Lanferdini

    2010-03-01

    Full Text Available O treinamento excêntrico (Texc produz adaptações musculares que minimizam a ocorrência de lesões e é usado em reabilitação e treinamento de força, mas pouco se sabe sobre seus efeitos no equilíbrio entre músculos antagonistas do joelho. As razões de torque permitem determinar esses desequilíbrios musculares. O objetivo do estudo foi avaliar os efeitos de 12 semanas de Texc nas razões de torque excêntrico (Iexc:Qexc entre os músculos isquiotibiais (I e quadríceps (Q. Vinte e quatro sujeitos saudáveis do sexo masculino foram distribuídos nos grupos controle (GC, n=13, idade 27,7±4,6 anos e experimental (GE, n=11, idade 28,5±9,5 anos, submetido ao treinamento. Um dinamômetro isocinético foi utilizado para o Texc (velocidade de -60 º/s e para as avaliações (uma a cada quatro semanas. As razões de torque medidas foram comparadas estatisticamente entre os grupos e intragrupos entre as avaliações, com nível de significância de 5%. No GE, foi observada redução das razões de torque da avaliação (AV inicial para as demais: AV1x AV2, p=0,005; AV1x AV3, p=0,001; e AV1x AV4, pEccentric training produces skeletal muscle adaptations that help preventing muscle injuries, being often used in rehabilitation and physical fitness programs, but little is known of the effects of this training in the balance between knee antagonistic muscles. Torque ratios allow determining such balance. The purpose of this study was to assess the effect of a 12-week eccentric training program on the eccentric torque ratio between hamstring and quadriceps muscles (Hecc:Qecc. Twenty-four healthy male subjects were assigned to either a control group (CG, n=13, aged 27.7±4.6 years or an experimental group (EG, n=11, aged 28.5±9.5 years. An isokinetic dinamometer was used (angular velocity -60º/s for both the eccentric training and the assessments, performed every four weeks. Torque ratios measured were statistically compared between groups and

  17. Medición de la discapacidad vocal en los pacientes con disfonías funcionales

    OpenAIRE

    Elhendi H,Wasim; Caravaca G,Antonio; Santos P,Sofía

    2012-01-01

    Introducción: La medición de la discapacidad vocal en los pacientes con disfonía funcional es un tema de gran relevancia. Objetivo: Analizar los resultados de dos medidas subjetivas (el índice de discapacidad vocal (VHI) y el índice de calidad de vida (QLI)) y calcular el grado de discapacidad que suponen las disfonías funcionales para los pacientes. Material y método: Sesenta y cinco pacientes diagnosticados de disfonías funcionales contestaron un cuestionario que incluye el índice de discap...

  18. Análise da suplementação de carboidratos e solução isotônica sobre parâmetros hematológicos e bioquímicos de jogadores profissionais de futebol em condições reais de treinamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano de Oliveira Siqueira

    2012-12-01

    Full Text Available Avaliou-se o efeito de uma suplementação com carboidratos e bebidas esportivas sobre parâmetros laboratoriais em atletas de futebol de campo, em uma situação real de treinamento. Foram coletados 10 ml de sangue venoso e 50 ml de urina em repouso e 15 minutos após treinamento. Os resultados mostram que o exercício intenso causou um variável grau de estase urinária, bem como provocou alterações hidroeletrolíticas caracterizadas por uma diminuição na concentração sérica de sódio, potássio, magnésio, fósforo e glicose (p<0,05, que não foi modificada por nenhum tipo de protocolo de suplementação nas condições propostas no presente estudo. A suplementação eletrolítica proposta mostrou-se limitada para evitar variações eletrolíticas e que a reposição deve ser avaliada à luz de um contexto ambiental e de treinamento.

  19. Leishmaniose tegumentar americana em centro de treinamento militar localizado na Zona da Mata de Pernambuco, Brasil American cutaneous leishmaniasis in military training unit localized in Zona da Mata of Pernambuco State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sinval P. Brandão-Filho

    1998-12-01

    Full Text Available Um surto de leishmaniose tegumentar americana ocorreu em 1996 em unidade de treinamento militar situada na Zona da Mata de Pernambuco, com o registro de 26 casos humanos. Um inquérito epidemiológico foi realizado através da realização de levantamento entomológico e da aplicação do Teste de Montenegro. Lutzomyia choti apresentou predominância de 89,9% dos flebótomos identificados. De 545 homens que participaram de treinamentos no período, 24,1% (incluindo os casos clínicos foram positivo para o Teste de Montenegro.An outbreak of American cutaneous leishmaniasis has been occurred in military training unit localized in 'Zona da Mata' of Pernambuco State, Brazil, where were registered 26 human cases. An epidemiological survey was carried out by entomological investigation and Montenegro skin test (MST. Lutzomyia choti presents predominance (89.9% in sandflies identified. Out of 545 men who realized training activities were 24.12% positive to MST.

  20. Discrimination of ultrasonic vocalizations by CBA/CaJ mice (Mus musculus is related to spectrotemporal dissimilarity of vocalizations.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erikson G Neilans

    Full Text Available The function of ultrasonic vocalizations (USVs produced by mice (Mus musculus is a topic of broad interest to many researchers. These USVs differ widely in spectrotemporal characteristics, suggesting different categories of vocalizations, although this has never been behaviorally demonstrated. Although electrophysiological studies indicate that neurons can discriminate among vocalizations at the level of the auditory midbrain, perceptual acuity for vocalizations has yet to be determined. Here, we trained CBA/CaJ mice using operant conditioning to discriminate between different vocalizations and between a spectrotemporally modified vocalization and its original version. Mice were able to discriminate between vocalization types and between manipulated vocalizations, with performance negatively correlating with spectrotemporal similarity. That is, discrimination performance was higher for dissimilar vocalizations and much lower for similar vocalizations. The behavioral data match previous neurophysiological results in the inferior colliculus (IC, using the same stimuli. These findings suggest that the different vocalizations could carry different meanings for the mice. Furthermore, the finding that behavioral discrimination matched neural discrimination in the IC suggests that the IC plays an important role in the perceptual discrimination of vocalizations.

  1. A influência do treinamento de força e do treinamento aeróbio sobre as concentrações hormonais de testosterona e cortisol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Rangel de Araújo

    2008-06-01

    Full Text Available A intenção desse trabalho é rever a influência do treinamento aeróbio e de força, perante as concentrações agudas e crônicas dos hormônios testosterona e cortisol. Além disso, verificar outros fatores importantes, tais como idade, alimentação e ritmo circadiano, os quais podem modificar agudamente as concentrações de testosterona e cortisol, dificultando assim o entendimento das respostas hormonais desencadeadas pelo treinamento. Apesar das diversas controvérsias encontradas no presente estudo, as atividades periodizadas e de alta intensidade parecem estimular maiores liberações de testosterona e pouca liberação de cortisol, potencializando, consequentemente, os níveis de força e hipertrofia muscular. Todavia, novos estudos devem ser realizados com delineamentos mais adequados respeitando as diversas interações (alimentação, idade, sexo, nível de experiência com o treinamento físico, etc. que envolvem o treinamento físico.

  2. Does neuromuscular exercise training improve proprioception in ankle lateral ligament injury among athletes?: systematic review and meta-analysis = O treinamento neuromuscular melhora a propriocepção em lesão ligamentar lateral do tornozelo entre atletas?: revisão sistemática e metanálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kalirtahinam, Deivendran

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivos: A taxa de prevalência de lesões no complexo ligamentar lateral vem aumentando entre os atletas a uma velocidade constante. Este estudo teve por objetivo descrever sistematicamente os achados relacionados à eficácia dos programas de treinamento na propriocepção entre atletas com lesão ligamentar do tornozelo. Métodos: Foi realizada uma busca em bases de dados online ( Google Scholar, PubMed, EBSCOhost e ProQuest com o uso de diferentes mecanismos de busca, para revisão sistemática e metanálise. Os descritores comuns foram NEUROMUSCULAR, EXERCISE, TRAINING, PROPRIOCEPTION, and ATHLETES. Os estudos relacionados ao assunto, os que continham recursos relevantes e aqueles publicados nos últimos 10 anos foram usados como critério de inclusão. A qualidade metodológica foi avaliada pela escala PEDro. Foi feita uma metanálise dos estudos selecionados a fim de avaliar a eficácia da intervenção. Resultados: Inicialmente, foram selecionados 200 artigos de pesquisa. Após uma avaliação detalhada, restaram 15 artigos. Cinco estudos de qualidade moderada a excelente foram selecionados, totalizando 2. 459 participantes. Verificou-se, principalmente, que o entorse de tornozelo e suas complicações podem ser evitados facilmente com o auxílio de programas de treinamento (cinco estudos, risco relativo: 0,69, IC 96%: 0,65-0,87. Observou-se uma relação estatisticamente significativa em termos dos efeitos preventivos do treinamento na propriocepção entre atletas. Conclusões: Os programas de treinamento preventivos foram úteis aos atletas em termos de propriocepção, reduzindo o risco de entorses de tornozelo

  3. Disfonia infantil: hábitos prejudiciais à voz dos pais interferem na saúde vocal de seus filhos? Children dysphonia: do harmful vocal habits by parents interfere in their children vocal health?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Lucélia Bessani Paixão

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar hábitos prejudiciais à voz referidos por crianças disfônicas e por seus respectivos pais e mães e compará-los com dados obtidos de um grupo controle, constituído por crianças sem alterações vocais e seus respectivos pais e mães. MÉTODO: investigou-se 28 crianças disfônicas, com idade entre 6 e 12 anos e seus pais (Grupo de Estudo - GE e 22 crianças sem alterações vocais, com a mesma faixa etária, e seus respectivos pais (Grupo Controle - GC. As vozes foram classificadas em "alteradas" e "não alteradas" por meio de análise perceptivo-auditiva com amostra da fala espontânea.Todos responderam a um questionário sobre fatores prejudiciais à voz. Para análise dos resultados foram aplicados os testes de comparação de duas proporções (pPURPOSE: to investigate harmful vocal habits referred by dysphonic children and their parents and compare them with data gathered from a control group made up by children with no vocal alterations and their parents. METHOD: twenty-eight dysphonic children, with ages between 6 and 12 year old and their parents, (Study Group - SG along with 22 children with no vocal alterations, from the same age group, and their parents (Control Group - CG were investigated. The voices were classified as "healthy" and "unhealthy", depending on the result obtained from the percentage analysis of a spontaneous speech sample. Subjects answered a questionnaire about harmful vocal habits. Tests for comparing two proportions (p <0.05 were used in order to analyze the results. RESULTS: SG children showed a significantly higher number of habits such as speaking with effort, speaking without resting and imitating voices. SG fathers showed a significantly higher number of habits such as clearing the throat, shouting, speaking at the same time as others, in addition to living in smokers' environment. SG mothers significantly showed more habits such as speaking with effort, speaking in noisy environments

  4. Vocal Tract and Glottal Function During and After Vocal Exercising With Resonance Tube and Straw

    Czech Academy of Sciences Publication Activity Database

    Guzman, M.; Laukkanen, A. M.; Krupa, P.; Horáček, Jaromír; Švec, J.G.; Geneid, A.

    2013-01-01

    Roč. 27, č. 4 (2013), "523.e19"-"523.e34" ISSN 0892-1997 R&D Projects: GA ČR GAP101/12/1306 Institutional support: RVO:61388998 Keywords : vocal exercises * resonance tube * vocal tract impedance * computerized tomography * singer’s/speaker’s formant cluster Subject RIV: BI - Acoustics Impact factor: 0.944, year: 2013 http://www.sciencedirect.com/science/journal/08921997

  5. Suplementação com creatina associada ao treinamento resistido não altera as funções renal e hepática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Perillo Ferreira Carvalho

    2011-08-01

    Full Text Available A creatina é o suplemento nutricional mais popular utilizado para melhorar o desempenho em atividades que envolvem exercícios de curta duração e alta intensidade. Porém, as possíveis intercorrências advindas do seu uso não estão totalmente elucidadas. O objetivo do estudo foi avaliar os efeitos de duas dosagens de suplementação com creatina nas funções renal e hepática de adultos saudáveis durante oito semanas de treinamento de musculação. Exames bioquímicos foram realizados em 35 praticantes de musculação distribuídos aleatoriamente em três grupos, placebo (PLA, n = 12, creatina (CRE1, n = 12 e creatina 2 (CRE2, n = 11, antes e após oito semanas de treinamento com exercícios resistidos. Em desenho duplo-cego, os voluntários foram suplementados (20g/dia com creatina (CRE1 e CRE2 ou placebo (PLA por sete dias e nos 53 dias subsequentes com 0,03g/kg de massa corporal de creatina (CRE1 e placebo (PLA e com 5g/dia o grupo CRE2. Não houve intervenção na composição de suas dietas, que foram registradas e analisadas. Os resultados dos exames bioquímicos realizados permaneceram dentro das faixas de normalidade. Os valores de creatinina aumentaram 12,2% no grupo CRE1 e 9,0%, no CRE2, enquanto que no grupo PLA diminuiu 4,7%, entretanto, esses valores não ultrapassaram os índices de normalidade. Os valores dos exames da função hepática diminuíram em quase todas as frações, em todos os tratamentos, contudo, sem significância estatística. Conclui-se que a suplementação com creatina nas dosagens utilizadas (0,03g/kg e 5g/dia para indivíduos saudáveis por oito semanas não altera a função hepática ou renal, sendo assim, nas condições deste estudo, foi considerada segura.

  6. Efeitos do treinamento resistido sobre a força muscular de idosas: uma comparação entre métodos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Moreno Lima

    2012-06-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2012v14n4p409 O treinamento de força (TF proporciona ganhos de força muscular (FM em idosos. Entretanto, a magnitude pode variar consideravelmente conforme o método de avaliação utilizado. O estudo teve como objetivo comparar dois métodos de avaliação de força muscular após programa de TF em idosas. Participaram 61 idosas (idade média de 66,8 ± 5,8 anos, submetidas a um programa com duração de 24 semanas. Os exercí­cios contemplaram os principais grupos musculares. A FM dos extensores do joelho foi avaliada pelo teste da repetição máxima (1RM e pelo dinamômetro isocinético (60º.s-1 antes e após o TF. Aplicou-se uma ANOVA 2X2 para comparar os métodos e a FM após o programa de TF. Observou-se que a FM aumentou significativamente após a intervenção, em ambos os métodos. Os incrementos na FM foram de 16,7% e 54,7% para o isocinético e 1RM respectivamente. Os incrementos avaliados pela 1RM foram significativamente (P<0,001 superiores aos mensurados pelo isocinético. Apesar dos valores estarem dentro dos limites de concordância, a diferença entre 1RM e Isocinético diminuiu conforme o aumento da FM pós-treinamento. Concluiu-se que, embora o TF promova aumento da FM em idosas, a magnitude desse ganho varia substancialmente em função do método utilizado. Ao que parece, o uso da 1RM pode superestimar os ganhos de FM e influenciar a interpretação funcional dos efeitos proporcionados pelo TF.

  7. Path Models of Vocal Emotion Communication.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tanja Bänziger

    Full Text Available We propose to use a comprehensive path model of vocal emotion communication, encompassing encoding, transmission, and decoding processes, to empirically model data sets on emotion expression and recognition. The utility of the approach is demonstrated for two data sets from two different cultures and languages, based on corpora of vocal emotion enactment by professional actors and emotion inference by naïve listeners. Lens model equations, hierarchical regression, and multivariate path analysis are used to compare the relative contributions of objectively measured acoustic cues in the enacted expressions and subjective voice cues as perceived by listeners to the variance in emotion inference from vocal expressions for four emotion families (fear, anger, happiness, and sadness. While the results confirm the central role of arousal in vocal emotion communication, the utility of applying an extended path modeling framework is demonstrated by the identification of unique combinations of distal cues and proximal percepts carrying information about specific emotion families, independent of arousal. The statistical models generated show that more sophisticated acoustic parameters need to be developed to explain the distal underpinnings of subjective voice quality percepts that account for much of the variance in emotion inference, in particular voice instability and roughness. The general approach advocated here, as well as the specific results, open up new research strategies for work in psychology (specifically emotion and social perception research and engineering and computer science (specifically research and development in the domain of affective computing, particularly on automatic emotion detection and synthetic emotion expression in avatars.

  8. Production, Usage, and Comprehension in Animal Vocalizations

    Science.gov (United States)

    Seyfarth, Robert M.; Cheney, Dorothy L.

    2010-01-01

    In this review, we place equal emphasis on production, usage, and comprehension because these components of communication may exhibit different developmental trajectories and be affected by different neural mechanisms. In the animal kingdom generally, learned, flexible vocal production is rare, appearing in only a few orders of birds and few…

  9. Phonetic characteristics of vocalizations during pain

    NARCIS (Netherlands)

    Lautenbacher, Stefan; Salinas-Ranneberg, Melissa; Niebuhr, Oliver; Kunz, Miriam

    2017-01-01

    INTRODUCTION AND OBJECTIVES: There have, yet, been only few attempts to phonetically characterize the vocalizations of pain, although there is wide agreement that moaning, groaning, or other nonverbal utterance can be indicative of pain. We studied the production of vowels "u," "a," "i", and "schwa"

  10. Modelling vocal anatomy's significant effect on speech

    NARCIS (Netherlands)

    de Boer, B.

    2010-01-01

    This paper investigates the effect of larynx position on the articulatory abilities of a humanlike vocal tract. Previous work has investigated models that were built to resemble the anatomy of existing species or fossil ancestors. This has led to conflicting conclusions about the relation between

  11. Vocal fold nodules: morphological and immunohistochemical investigations.

    Science.gov (United States)

    Martins, Regina Helena Garcia; Defaveri, Julio; Custódio Domingues, Maria Aparecida; de Albuquerque E Silva, Rafael; Fabro, Alexandre

    2010-09-01

    The objective of this study was to investigate the morphological and immunohistochemical characteristics of vocal fold nodules. The study design was prospective and retrospective. For the histological study, we reviewed 15 slides from the surgical cases of vocal fold nodules, in which we analyzed epithelium, basal membrane (bm), and lamina propria. For the transmission and scanning electron microscopy (TEM, SEM) studies, five new cases on vocal fold nodules were included. Immunohistochemistry study was carried out in the 15 specimens, using antifibronectin, antilaminin, and anticollagen IV antibodies. The main histological alterations were epithelial hyperplasia (73.33%), basement membrane thickening (86.66%), edema, and fibrosis (93.33%). SEM--reduction in mucous lacing and increase in the desquamating cells, without epithelial erosion. TEM--hyperplasia of the epithelium, enlargement of the intercellular junctions, which was filled by fluid, subepithelial thickening of the lamina reticularis, and break points in the basal membrane. Immunohistochemistry--we identified greater immunoexpression of fibronectin on the basal membrane, on the lamina propria, and around the vessels. Antilaminin and anticollagen IV antibodies showed higher pigmentation on the endothelium of the vessels than that on the basal membrane. In vocal fold nodules, combined assessment using light microscopy, electron microscopy, and immunohistochemistry can reveal important morphological details useful in characterizing these lesions. 2010 The Voice Foundation. Published by Mosby, Inc. All rights reserved.

  12. Assessment of thyroplasty for vocal fold paralysis

    DEFF Research Database (Denmark)

    Grøntved, Ågot Møller; Faber, Christian; Jakobsen, John

    2009-01-01

    INTRODUCTION: Thyroplasty with silicone rubber implantation is a surgical procedure for treatment of patients with vocal fold paralysis. The aim of the present study was to evaluate the outcome of the operation and to monitor which of the analyses were the more beneficial. MATERIAL AND METHODS...

  13. Patterns of Vocalization and Impression Formation

    Science.gov (United States)

    Hayes, Donald P.; Bouma, Gary D.

    1975-01-01

    This article discusses the interactive behavior that accompanies verbal exchange. It specifically describes a set of experiments designed to isolate an important subset of interactive behavior, the vocal (as opposed to the verbal) and to relate this information to a wide range of social impressions resulting from verbal exchange. (Available from…

  14. Path Models of Vocal Emotion Communication.

    Science.gov (United States)

    Bänziger, Tanja; Hosoya, Georg; Scherer, Klaus R

    2015-01-01

    We propose to use a comprehensive path model of vocal emotion communication, encompassing encoding, transmission, and decoding processes, to empirically model data sets on emotion expression and recognition. The utility of the approach is demonstrated for two data sets from two different cultures and languages, based on corpora of vocal emotion enactment by professional actors and emotion inference by naïve listeners. Lens model equations, hierarchical regression, and multivariate path analysis are used to compare the relative contributions of objectively measured acoustic cues in the enacted expressions and subjective voice cues as perceived by listeners to the variance in emotion inference from vocal expressions for four emotion families (fear, anger, happiness, and sadness). While the results confirm the central role of arousal in vocal emotion communication, the utility of applying an extended path modeling framework is demonstrated by the identification of unique combinations of distal cues and proximal percepts carrying information about specific emotion families, independent of arousal. The statistical models generated show that more sophisticated acoustic parameters need to be developed to explain the distal underpinnings of subjective voice quality percepts that account for much of the variance in emotion inference, in particular voice instability and roughness. The general approach advocated here, as well as the specific results, open up new research strategies for work in psychology (specifically emotion and social perception research) and engineering and computer science (specifically research and development in the domain of affective computing, particularly on automatic emotion detection and synthetic emotion expression in avatars).

  15. Measurement of vocal doses in virtual classrooms

    DEFF Research Database (Denmark)

    Bottalico, Pasquale; Pelegrin Garcia, David

    2010-01-01

    with an artificial head (corresponding to the mouth-ears path) placed at the talker position while simulating the classrooms. Time histories of the vocal fold vibration readings, with the trend of the fundamental frequency and an estimation of the sound pressure level, sampled every 50 ms, were obtained. From...

  16. Vocal behaviour of Orange River Francolin Scleroptila ...

    African Journals Online (AJOL)

    Fieldwork to study the vocal behaviour of Orange River Francolin Scleroptilia levaillantoides was conducted on a farm in the Heidelberg district, Gauteng province, South Africa, during August 2009 to March 2011. Orange River Francolins possess a basic repertoire of seven calls and one mechanical sound. From 83 ...

  17. Path Models of Vocal Emotion Communication

    Science.gov (United States)

    Bänziger, Tanja; Hosoya, Georg; Scherer, Klaus R.

    2015-01-01

    We propose to use a comprehensive path model of vocal emotion communication, encompassing encoding, transmission, and decoding processes, to empirically model data sets on emotion expression and recognition. The utility of the approach is demonstrated for two data sets from two different cultures and languages, based on corpora of vocal emotion enactment by professional actors and emotion inference by naïve listeners. Lens model equations, hierarchical regression, and multivariate path analysis are used to compare the relative contributions of objectively measured acoustic cues in the enacted expressions and subjective voice cues as perceived by listeners to the variance in emotion inference from vocal expressions for four emotion families (fear, anger, happiness, and sadness). While the results confirm the central role of arousal in vocal emotion communication, the utility of applying an extended path modeling framework is demonstrated by the identification of unique combinations of distal cues and proximal percepts carrying information about specific emotion families, independent of arousal. The statistical models generated show that more sophisticated acoustic parameters need to be developed to explain the distal underpinnings of subjective voice quality percepts that account for much of the variance in emotion inference, in particular voice instability and roughness. The general approach advocated here, as well as the specific results, open up new research strategies for work in psychology (specifically emotion and social perception research) and engineering and computer science (specifically research and development in the domain of affective computing, particularly on automatic emotion detection and synthetic emotion expression in avatars). PMID:26325076

  18. Functional flexibility in wild bonobo vocal behaviour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zanna Clay

    2015-08-01

    Full Text Available A shared principle in the evolution of language and the development of speech is the emergence of functional flexibility, the capacity of vocal signals to express a range of emotional states independently of context and biological function. Functional flexibility has recently been demonstrated in the vocalisations of pre-linguistic human infants, which has been contrasted to the functionally fixed vocal behaviour of non-human primates. Here, we revisited the presumed chasm in functional flexibility between human and non-human primate vocal behaviour, with a study on our closest living primate relatives, the bonobo (Pan paniscus. We found that wild bonobos use a specific call type (the “peep” across a range of contexts that cover the full valence range (positive-neutral-negative in much of their daily activities, including feeding, travel, rest, aggression, alarm, nesting and grooming. Peeps were produced in functionally flexible ways in some contexts, but not others. Crucially, calls did not vary acoustically between neutral and positive contexts, suggesting that recipients take pragmatic information into account to make inferences about call meaning. In comparison, peeps during negative contexts were acoustically distinct. Our data suggest that the capacity for functional flexibility has evolutionary roots that predate the evolution of human speech. We interpret this evidence as an example of an evolutionary early transition away from fixed vocal signalling towards functional flexibility.

  19. Music Education Intervention Improves Vocal Emotion Recognition

    Science.gov (United States)

    Mualem, Orit; Lavidor, Michal

    2015-01-01

    The current study is an interdisciplinary examination of the interplay among music, language, and emotions. It consisted of two experiments designed to investigate the relationship between musical abilities and vocal emotional recognition. In experiment 1 (N = 24), we compared the influence of two short-term intervention programs--music and…

  20. Iconicity can ground the creation of vocal symbols.

    Science.gov (United States)

    Perlman, Marcus; Dale, Rick; Lupyan, Gary

    2015-08-01

    Studies of gestural communication systems find that they originate from spontaneously created iconic gestures. Yet, we know little about how people create vocal communication systems, and many have suggested that vocalizations do not afford iconicity beyond trivial instances of onomatopoeia. It is unknown whether people can generate vocal communication systems through a process of iconic creation similar to gestural systems. Here, we examine the creation and development of a rudimentary vocal symbol system in a laboratory setting. Pairs of participants generated novel vocalizations for 18 different meanings in an iterative 'vocal' charades communication game. The communicators quickly converged on stable vocalizations, and naive listeners could correctly infer their meanings in subsequent playback experiments. People's ability to guess the meanings of these novel vocalizations was predicted by how close the vocalization was to an iconic 'meaning template' we derived from the production data. These results strongly suggest that the meaningfulness of these vocalizations derived from iconicity. Our findings illuminate a mechanism by which iconicity can ground the creation of vocal symbols, analogous to the function of iconicity in gestural communication systems.

  1. Predicting Achievable Fundamental Frequency Ranges in Vocalization Across Species.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ingo Titze

    2016-06-01

    Full Text Available Vocal folds are used as sound sources in various species, but it is unknown how vocal fold morphologies are optimized for different acoustic objectives. Here we identify two main variables affecting range of vocal fold vibration frequency, namely vocal fold elongation and tissue fiber stress. A simple vibrating string model is used to predict fundamental frequency ranges across species of different vocal fold sizes. While average fundamental frequency is predominantly determined by vocal fold length (larynx size, range of fundamental frequency is facilitated by (1 laryngeal muscles that control elongation and by (2 nonlinearity in tissue fiber tension. One adaptation that would increase fundamental frequency range is greater freedom in joint rotation or gliding of two cartilages (thyroid and cricoid, so that vocal fold length change is maximized. Alternatively, tissue layers can develop to bear a disproportionate fiber tension (i.e., a ligament with high density collagen fibers, increasing the fundamental frequency range and thereby vocal versatility. The range of fundamental frequency across species is thus not simply one-dimensional, but can be conceptualized as the dependent variable in a multi-dimensional morphospace. In humans, this could allow for variations that could be clinically important for voice therapy and vocal fold repair. Alternative solutions could also have importance in vocal training for singing and other highly-skilled vocalizations.

  2. Auditory lateralization of conspecific and heterospecific vocalizations in cats.

    Science.gov (United States)

    Siniscalchi, Marcello; Laddago, Serena; Quaranta, Angelo

    2016-01-01

    Auditory lateralization in response to both conspecific and heterospecific vocalizations (dog vocalizations) was observed in 16 tabby cats (Felis catus). Six different vocalizations were used: cat "purring," "meowing" and "growling" and dog typical vocalizations of "disturbance," "isolation" and "play." The head-orienting paradigm showed that cats turned their head with the right ear leading (left hemisphere activation) in response to their typical-species vocalization ("meow" and "purring"); on the other hand, a clear bias in the use of the left ear (right hemisphere activation) was observed in response to vocalizations eliciting intense emotion (dogs' vocalizations of "disturbance" and "isolation"). Overall these findings suggest that auditory sensory domain seems to be lateralized also in cat species, stressing the role of the left hemisphere for intraspecific communication and of the right hemisphere in processing threatening and alarming stimuli.

  3. Paradoxical vocal cord dysfunction: when a wheeze is not asthma.

    Science.gov (United States)

    Chiang, W C; Goh, A; Ho, L; Tang, J P L; Chay, O M

    2008-04-01

    Vocal cord dysfunction (VCD) is an uncommon condition which often mimics asthma in presentation and severity. We present nine- and 11-year-old female siblings with vocal cord dysfunction, which is a dysfunction of the larynx involving unintentional paradoxical adduction of the vocal cords during inspiration. We evaluated the use of exercise testing in conjunction with pulmonary function testing in suspected vocal cord dysfunction. Although normal pulmonology function tests were elicited with the patient at rest, exercise testing revealed blunting of the expiratory loop with attenuation of the inspiratory loop unique to VCD. The child underwent video laryngoscopy in the specialised voice clinic, which confirmed vocal cord dysfunction. Exercise testing is a rapid and noninvasive means of diagnosing vocal cord dysfunction in a small subset of patients, but video laryngoscopy, with training manoeuvres to elicit paradoxical vocal cord movements in VCD, remains the gold standard of diagnosis of VCD.

  4. Avaliação do desempenho de operadores no treinamento com simulador de realidade virtual Forwarder.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo da Silva Lopes

    2010-08-01

    Full Text Available O uso dos simuladores de realidade virtual é a solução mais eficiente de treinamento, permitindo capacitar os operadores rapidamente e com baixos custos. Este estudo teve por objetivo avaliar o desempenho de operadores no treinamento com o simulador de realidade virtual Forwarder. O estudo foi desenvolvido no Centro de Formação de Operadores Florestais (CENFOR, da Universidade Estadual do Centro-Oeste, estado do Paraná, Brasil. Um grupo de 26 operadores de diferentes empresas florestais foi avaliado, no qual nenhum tinha experiência na operação de máquinas, sendo avaliados os seus desempenhos em diversas variáveis operacionais. Os dados foram coletados no início e no final de cada módulo operacional do treinamento no simulador virtual. Os resultados indicaram que os operadores tiveram maior dificuldade de executar a operação de carregamento de toras, em consequência da menor visibilidade e presença de resíduos da colheita de madeira nas pilhas de toras. A maior evolução no desempenho dos operadores durante o treinamento ocorreu em relação à variável "colisão com os fueiros", com ganhos médios de 85,7 e 65,9% nos módulos III e IV respectivamente, que contemplam as operações de carregamento de toras.

  5. Vocal Fold Injection: Review of Indications, Techniques, and Materials for Augmentation

    OpenAIRE

    Mallur, Pavan S.; Rosen, Clark A.

    2010-01-01

    Vocal fold injection is a procedure that has over a 100 year history but was rarely done as short as 20 years ago. A renaissance has occurred with respect to vocal fold injection due to new technologies (visualization and materials) and new injection approaches. Awake, un-sedated vocal fold injection offers many distinct advantages for the treatment of glottal insufficiency (vocal fold paralysis, vocal fold paresis, vocal fold atrophy and vocal fold scar). A review of materials available and ...

  6. A case of bilateral vocal fold mucosal bridges, bilateral trans-vocal fold type III sulci vocales, and an intracordal polyp.

    Science.gov (United States)

    Tan, Melin; Pitman, Michael J

    2011-07-01

    We present a patient with a novel finding of bilateral mucosal bridges, bilateral type III trans-vocal fold sulci vocales, and a vocal fold polyp. Although sulci and mucosal bridges occur in the vocal folds, it is rare to find multiples of these lesions in a single patient, and it is even more uncommon when they occur in conjunction with a vocal fold polyp. To our knowledge, this is the first description of a vocal fold polyp in combination with multiple vocal fold bridges and multiple type III sulci vocales in a single patient. To describe and visually present the diagnosis and treatment of a patient with an intracordal polyp, bilateral mucosal bridges, as well as bilateral type III trans-vocal fold sulci vocales. Presentation of a set of high definition intraoperative photos displaying the extent of the vocal fold lesions and the resection of the intracordal polyp. This patient presented with only 6 months of significant dysphonia. It was felt that the recent change in voice was because of the polyp and not the bridges or sulci vocales. Considering the patient's presentation and the possible morbidity of resection of mucosal bridges and sulci, only the polyp was excised. Postoperatively, the patient's voice returned to his acceptable mild baseline dysphonia, and the benefit has persisted 6 months postoperatively. The combination of bilateral mucosal bridges, bilateral type III sulcus vocalis, and an intracordal polyp in one patient is rare if not novel. Treatment of the polyp alone returned the patient's voice to his lifelong baseline of mild dysphonia. Copyright © 2011 The Voice Foundation. Published by Mosby, Inc. All rights reserved.

  7. AVALIAÇÃO DOS PROGRAMAS DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE UMA REDE DE SUPERMERCADOS DO MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES – RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ítala Policani dos Santos

    2013-10-01

    Full Text Available O presente estudo tem por objetivo avaliar se os programas de Treinamento e Desenvolvimento (T&D de uma Rede de Supermercados de Campos dos Goytacazes / RJ têm sido realizados de forma eficaz e se têm agregado valor à empresa. Foi realizado um estudo de caso por meio de entrevistas abertas com a Supervisora de T&D da Rede, entrevistas semiestruturadas com os gerentes de loja e questionários distribuídos aos colaboradores de nível operacional. O estudo demonstrou que na etapa “avaliação dos resultados” não há um padrão a seguir e mesmo tendo condições de analisar os diversos indicadores existentes, nem todos os gerentes o fazem. O estudo também demonstrou que os programas de T&D estão alinhados à estratégia empresarial e têm contribuído para o alcance do macro objetivo da Rede, que é tornarse referência como o melhor grupo atacadista e varejista do Estado do Rio de Janeiro. Demonstrou ainda que os programas de T&D têm agregado valor à Rede de Supermercados X de diversas formas e são considerados um diferencial competitivo da empresa. As respostas positivas dos questionários demonstraram que os programas de T&D da Rede têm alcançado resultados satisfatórios, agregando valor para a empresa e para os colaboradores e sendo uma vantagem competitiva para a organização.

  8. Influência do Treinamento Aeróbio nos Níveis de Homocisteína em um Indivíduo Diabético do Tipo 2: Estudo de Caso / Influence of Aerobic Training on Homocysteine Levels in a Type 2 Diabetic Subjects: Case Study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre de Souza E Silva

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivo: O estudo teve como objetivo analisar a influência do treinamento aeróbio nos níveis de homocisteína de um indivíduo diabético tipo 2. Métodos: Para o estudo de caso foi recrutado um indivíduo diagnosticado com diabetes tipo 2 do gênero feminino, com 82 anos e elevados níveis de homocisteína no sangue. Foram coletados 10 mL de sangue em jejum, de no mínimo 12 horas, para avaliação dos níveis plasmáticos de homocisteína antes e após 16 semanas de programa de treinamento aeróbio. O treinamento ocorreu 2 vezes por semana e constituiu de 45 minutos de caminhada com intensidade de 60-70% da frequência cardíaca máxima. Resultados: Após o programa de treinamento observou-se que houve uma redução de 42,79% dos níveis de homocisteína encontrados no início do programa. Conclusão: Conclui-se que o programa de treinamento aeróbio pode diminuir os níveis de homocisteína em mulheres com diabetes do tipo 2. Objective: The study aimed to analyze the influence of aerobic training in homocysteine levels in an individual type 2 diabetic. Methods: For the case study was recruited an individual diagnosed with type 2 diabetes women aged 82 and high levels of homocysteine in the blood. The student has submitted the collection of 10mL of fasting blood for at least 12 hours for assessment of plasma homocysteine levels before and after 16 weeks of aerobic training program. Training took place 2 times a week, and made the 45 minute walk with an intensity of 60-70% of maximum heart rate. Results: After the training program we can see that there was a 42.79 % reduction in homocysteine levels found at the beginning of the program. Conclusion: We conclude that the program of aerobic training can decrease homocysteine levels in women with type 2 diabetes.

  9. Detecção de receptor de ácido hialurônico em prega vocal humana por método imunohistoquímico Detection of hyaluronic acid receptor in human vocal folds by immunohistochemistry

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Henrique Fonseca Barbosa

    2008-04-01

    Full Text Available O receptor do ácido Hialurônico é uma glicoproteína da membrana plasmática, sendo o principal o CD44, e está expresso em vários tipos de células onde possui a função de adesão celular. OBJETIVO: Estudar a possibilidade de empregar o método imunohistoquímico para identificar a distribuição dos receptores de ácido hialurônico ao longo da prega vocal humana. MATERIAL E MÉTODOS: Foram ressecadas as pregas vocais normais de um indivíduo de 23 anos, sexo masculino, cor negra. As lâminas foram analisadas por meio de estudo histomorfométrico, comparando-se a intensidade das cores nas camadas superficial, média e profunda da lâmina própria. Nas lâminas silanizadas foi utilizado método imunohistoquímico, sendo avaliadas através de microscopia óptica com aumento 40 vezes, obtendo coloração marrom onde houve a reação com receptor para ácido hialurônico. RESULTADOS: Os achados imunohistoquímicos mostraram presença de receptores para ácido hialurônico no epitélio de cobertura da prega vocal tendo maior concentração na região central da prega vocal. CONCLUSÃO: A técnica de imunohistoquímica, utilizada para avaliar a distribuição dos receptores para ácido hialurônico na pregas vocais humanas, mostrou sua disposição em epitélio da prega vocal e predomínio no terço médio, em relação às demais regiões na prega vocal estudada.Hyaluronic acid receptor is a glycoprotein of the plasmatic membrane, and the CD44 is its representative, expressed in many cell types where it has the task of cell adhesion. AIM: the goal of the present experimental study is to investigate the possibility of using immunohistochemistry to identify the distribution of hyaluronic acid along the vocal fold. MATERIALS AND METHODS: We resected the normal vocal folds from a normal 23 year-old male black individual. The slides were analyzed by means of a histomorphometric study, comparing the color intensity in the superficial, middle and

  10. Os efeitos do treinamento de força sobre os fatores de risco da síndrome metabólica Effects of resistance training over metabolic syndrome risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Muniz Guttierres

    2008-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Medidas não-farmacológicas, como a atividade física, vêm sendo recomendadas para prevenção e tratamento de doenças crônicas não transmissíveis. OBJETIVO: Realizar revisão da literatura para verificar os mecanismos por meio dos quais o treinamento de força provoca alterações metabólicas e celulares, agindo positivamente sobre os fatores de risco da síndrome metabólica. METODODOLOGIA: Foram utilizadas as bases de dados Medline, Scielo, Science Direct e Capes. A busca foi restrita aos últimos 10 anos. Os termos utilizados para pesquisa foram: obesity, dislipidemy,hypertension, diabetes mellitus, metabolic syndrome, resistance training, weight lifting, exercise. RESULTADOS: O treinamento de força atua sobre parâmetros metabólicos e celulares promovendo efeitos positivos no controle e na prevenção dos fatores de risco relacionados à síndrome metabólica, tais como diminuição do peso corporal, aumento da sensibilidade à insulina, aumento da tolerância à glicose, diminuição dos níveis pressóricos de repouso e melhoria do perfil lipídico. CONCLUSÃO: A revisão dos artigos científicos apresentados fornece dados que permitem concluir que o treinamento de força pode contribuir de forma efetiva na diminuição dos fatores de risco relacionados à síndrome metabólica.INTRODUCTION: Non-pharmacological measures, such as practicing physical activity, have been recommended for prevention and treatment of non-transmissible chronic diseases. OBJECTIVE: To review the mechanisms by which resistance training results in metabolic and cellular alterations that act positively on metabolic syndrome risk factors. METHOD: The search was limited to the past 10 years, using the Medline, Scielo, Science direct and Capes databases. The terms used in the search were: obesity, dyslipidemia, hypertension, diabetes mellitus, metabolic syndrome, resistance training, weight lifting, and exercise. RESULTS: Resistance training

  11. Treinamento muscular inspiratório em crianças com leucemia aguda: resultados preliminares Inspiratory muscle training in patients with acute leukemia: preliminary results

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thalita Medeiros F. de Macedo

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o efeito do treinamento muscular inspiratório em crianças com leucemia aguda. MÉTODOS: Trata-se de um estudo quase experimental com grupo controle. Quatorze pacientes com diagnóstico de leucemia aguda e idade entre cinco e 14 anos foram submetidos à avaliação da mobilidade torácica e da força muscular respiratória e divididos em dois grupos (A e B. Os pacientes do grupo A realizaram treinamento muscular inspiratório domiciliar por 15 minutos, duas vezes por dia, durante dez semanas, através do aparelho Threshold®, com carga de 30% da pressão inspiratória máxima, reajustada após reavaliações semanais. O grupo B (controle realizou uma avaliação das pressões respiratórias máximas inicialmente e após dez semanas. Os dados foram analisados com o SPSS 15.0. Aplicou-se o teste t para analisar as diferenças entre as pressões inspiratória máxima e expiratória máxima entre os dois grupos e o teste de correlação de Pearson para analisar associações das medidas de pressão inspiratória e pressão expiratória com as diferentes cargas utilizadas. RESULTADOS: Constatou-se ganho significativo de 35% nas pressões inspiratória máxima e expiratória máxima no grupo A ao término do treinamento. Houve correlação positiva entre os níveis de carga utilizada e a pressão inspiratória máxima (pOBJECTIVE: To evaluate the effect of inspiratory muscle training in children with acute leukemia. METHODS: This is a quasi-experimental study with a control group. Fourteen patients with 5-14 years old and a diagnosis of acute leukemia were evaluated regarding their thoracic mobility and respiratory muscle strength. They were divided in two groups (A and B. Group A received domiciliary inspiratory muscle training during 15 minutes, twice a day, for ten weeks, with a Threshold® device using a load of 30% of the maximal inspiratory pressure, readjusted after weekly evaluations. Group B patients were tested regarding

  12. Programas de treinamento muscular respiratório: impacto na autonomia funcional de idosos Respiratory muscle training programs: impact on the functional autonomy of the elderly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilia de Andrade Fonseca

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar dois programas de treinamento muscular respiratório, na melhoria da autonomia funcional de idosos institucionalizados. MÉTODOS: Ensaio clínico experimental aleatorizado, realizado numa instituição de longa permanência, com 42 idosos, divididos em grupos: Grupo Threshold® (GT; n=14; idade 70,93±8,41, Grupo Voldyne® (GV; n=14; idade 70,54±7,73 e Grupo Controle (GC; n=14; idade 73,92±7,28. Os grupos GT e GV foram tratados com exercícios respiratórios e treinamento muscular com Threshold e Voldyne, respectivamente, e o GC realizou apenas exercícios respiratórios. O treinamento teve duração de 10 semanas. Para avaliação da autonomia funcional, foi utilizado o protocolo de GDLAM. RESULTADOS: Na comparação intragrupos (pré x pós-teste houve diferença significativa no GT para todos os testes (índice de GLDAM - IG: Δ %= -18,43, p=0,0001, com exceção do levantar da posição de decúbito ventral. No GV só houve diferença significativa (pOBJECTIVE: To compare two respiratory muscle training programs for improving the functional autonomy of institutionalized elderly. METHODS: Clinical randomized trial conducted at a long stay institution with 42 elderly volunteers that were divided into three groups: Group ® Threshold (GT with mean age (70.93 ± 8.41, Group Voldyne ® (GV (70.54 ± 7.73 and Control Group (CG (73.92 ± 7.28. Groups GT and GV were treated with breathing exercises and muscle training by Threshold and Voldyne, respectively while the CG did just breathing exercises. Training of groups took 10 weeks. To assess the functional autonomy, the elderly were evaluated before and after training, according to the GDLAM protocol. RESULTS: All intra-group comparison (pre x post-test showed a significant difference in GT for all tests (C10M: Δ% = -20.57, p = 0.0001; LPS: Δ% = -13.53, p = 0.020; VTC: Δ% = -27.96, p = 0.0001; LCLC: Δ% = -18.71, p = 0.0001 and IG:% Δ = -18.43, p = 0, 0001, except in LPDV

  13. Wavefront-guided refractive surgery results of training-surgeons Resultados das cirurgias refrativas guiadas por frentes de ondas de cirurgiões em treinamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iane Stillitano

    2010-08-01

    Full Text Available PURPOSE: To assess clinical outcomes and changes on higher-order aberrations (HOA after wavefront-guided laser in situ keratomileusis (LASIK and photorefractive keratectomy (PRK for correction of myopia and myopic astigmatism performed by training-surgeons. METHODS: One hundred and seventy patients had customized LASIK (207 eyes and PRK (103 eyes performed by surgeons in-training using the LADARVision 4000 (Alcon, Fort Worth, TX. Preoperative and 1, 3, 6 and 12 months postoperative data of spherical equivalent (SE, best spectacle-corrected visual acuity (BSCVA and uncorrected visual acuity (UCVA were analysed. Wavefront changes were determined using the LADARWave Hartmann-Shack wavefront aberrometer and the pupil size was scaled for 6.5 mm. RESULTS: The mean SE in the LASIK group was -3.04 ±1.07 D and in the PRK group was -1.60 ± 0.59 D. At 1-year follow-up, (80.6% (LASIK and (66.7% (PRK were within ± 0.50 D of the intended refraction. The UCVA was 20/20 or better in (58.1% (LASIK and (66.7% (PRK of the operated eyes. A statistically significant positive correlation was found between achieved versus attempted refractive correction in both groups: LASIK (r=0.975, POBJETIVO: Avaliar os resultados clínicos e mudanças nas aberrações de alta-ordem (HOA, após ceratomileuse assistida por excimer laser in situ (LASIK e ceratectomia fotorrefrativa (PRK guiados por frentes de onda para correção da miopia e astigmatismo miópico realizada por cirurgiões em treinamento. MÉTODOS: Estudo prospectivo de 170 pacientes submetidos a LASIK personalizado (207 olhos e PRK (103 olhos realizados por cirurgiões em treinamento utilizando o LADARVision 4000 (Alcon, Fort Worth, TX. Dados do equivalente esférico (SE, melhor acuidade visual corrigida (BSCVA e acuidade visual não corrigida (UCVA foram analisados no pré-operatório e com 1, 3, 6 e 12 meses de pós-operatório. As alterações de frentes de onda foram determinadas usando o aberrômetro Hartmann

  14. Effect of pelvic floor muscle training on labour and newborn outcomes: a randomized controlled trial Efeitos do treinamento da musculatura do assoalho pélvico sobre o parto e recém-nascido: estudo controlado randomizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia A. R. Dias

    2011-12-01

    Full Text Available BACKGROUND: The use of the pelvic floor muscle training for urinary incontinence treatment is well established but little is known about its effects in labor and newborn outcomes. OBJECTIVES: To evaluate the effects of antenatal pelvic floor muscle training and strength in labor and newborn outcomes in low-income pregnant women. METHODS: This is a randomized controlled trial that recruited forty-two nulliparous healthy pregnant women aged between 18-36 years old and able to contract the pelvic floor muscles. The participants were included in the study with 20 weeks of gestational age and had their pelvic floor muscles measured by vaginal squeeze pressure. They were randomly allocated into two groups: training group and a non-intervention control group. Then, all participants had their labor and newborn outcomes evaluated through consultation of medical records by a blinded researcher. RESULTS: There were no statistically significant differences between the groups regarding gestational age at birth, type of labor, duration of the second stage of labor, total time of labor, prevalence of laceration, weight and size of the baby, and Apgar score. No correlation was observed between pelvic floor muscle strength and the second stage or the total length of labor. CONCLUSIONS: This randomized controlled trial did not find any effect of pelvic floor muscle training or pelvic floor muscle strength on labor and newborn outcomes.CONTEXTUALIZAÇÃO: O treinamento da musculatura do assoalho pélvico para tratamento da incontinência urinária é bem estabelecida, mas pouco se sabe sobre seus efeitos sobre o parto e o recém-nascido. OBJETIVOS: Avaliar se os desfechos do parto e os resultados dos recém-nascidos são influenciados pelo treinamento e força da musculatura do assoalho pélvico realizados por gestantes de baixa renda. MÉTODOS: Trata-se de um ensaio clínico randomizado que incluiu 42 gestantes nulíparas de baixo risco, com idade entre 18 e 36

  15. Análise morfológica do músculo gastrocnêmio medial de ratos submetidos a um protocolo de treinamento concorrente

    OpenAIRE

    Moret, Diego Grando; Castoldi, Robson Chacon; Araújo, Rafael Gavassa de; Spagnol, Alexandre Roveratti; Papoti, Marcelo; Camargo Filho, José Carlos Silva; Malheiro, Olga Cristina de Mello

    2013-01-01

    O objetivo do presente estudo foi analisar as alterações morfológicas do músculo gastrocnêmio medial (GM) de ratos Wistar submetidos a oito semanas de treinamento concorrente (TC). Foram utilizados quinze ratos Wistar machos, separados em três grupos com cinco animais: linha de base (LB), controle (C) e treinados (T). O TC consistiu na realização de um treinamento de resistência aeróbia em natação (TRA) e um treinamento de força (TF) na mesma sessão, três vezes por semana, durante oito semana...

  16. Efeitos do treinamento físico sobre a resistência mecânica do terço proximal do fêmur de ratos Effects of physical training on the mechanical resistance of rat femur proximal thirds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andreo Fernando Aguiar

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o comportamento mecânico do terço proximal do fêmur de ratos submetidos ao treinamento aeróbio e resistido crônicos. MÉTODOS: Ratos Wistar machos (80 dias, 300 a 350 g foram divididos em 3 grupos (n=8 por grupo: Treinamento aeróbio/8 semanas (TA, Treinamento resistido/8 semanas (TR e controle/8 semanas (CO. Ao término do período de treinamento os animais foram sacrificados e o fêmur direito coletado. Para análise do comportamento mecânico do fêmur foram realizados ensaios de flexo-compressão. RESULTADOS: O treinamento resistido ocasionou redução significante da força máxima (Fmáx do fêmur. Por outro lado, promoveu um aumento (23,7% relevante, porém não significante, da deformação da força máxima (DFmáx. O treinamento aeróbio não afetou a Fmáx, porém promoveu uma redução (26,6% considerável, também não significante, da DFmáx. CONCLUSÕES: Os resultados demonstram que o treinamento resistido e aeróbio, promoveram redução da Fmáx e da DFmáx óssea, respectivamente. Os dados evidenciam uma ação diferencial de ambos os modelos de treinamento físico sobre as propriedades mecânicas do fêmur de ratos.OBJECTIVE: To analyze the mechanical behavior of rat femur proximal thirds submitted to chronic aerobic and resistance training. METHODS: Male Wistar rats (80 days of age, weighing 300 to 350 g were divided into 3 groups (n=8 per group: control (CO, aerobic training (TA and resistance training (TR. At the end of the training, the animals were euthanized and the right femur was collected. Flexion-compression tests were carried out to analyze the mechanical behavior of the femurs. RESULTS: The resistance training promoted a significant reduction in maximum force (Fmáx of the femur. However, it also promoted a relevant increase (23.7%, though without statistical significance, in maximum force deformation (DFmáx. The aerobic training did not affect maximum force, however, it caused a

  17. Perfil da saúde vocal de cantores amadores de igreja evangélica Vocal health profile of amateur singers from an evangelical church

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaise Marcela Mota Barreto

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar o perfil de saúde vocal de cantores amadores de louvores evangélicos com relação a queixas, hábitos e dificuldades vocais vivenciados durante a prática do canto em indivíduos dos gêneros masculino e feminino. MÉTODOS: Participaram 55 sujeitos, com idade entre 18 e 50 anos, os quais responderam a um questionário auto-aplicável sobre identificação de hábitos vocais e possíveis queixas de voz falada e cantada. RESULTADOS: Os cantores religiosos evangélicos amadores relataram queixas relacionadas à voz, tais como rouquidão constante (43,6%, pigarro constante (43,6%, falhas na voz (34,5%, perda de voz (18,1%, garganta seca (18,1%, voz fraca (14,5% e dor no pescoço e na nuca (12,7%. Durante a atividade de canto, as queixas mais reportadas foram as de dificuldades de alcançar notas agudas (45,4%, rouquidão (30,9% e falhas na voz (29%. Os hábitos vocais expostos pelos cantores foram os relativos a falar muito (63,6%, ingerir gelado habitualmente em excesso (43,6%, falar alto (40% e gritar com frequência (20%. Com relação à variável gênero, foram observadas diferenças significativas entre os grupos, relacionadas às variáveis falhas na voz, consumo de gelados e falar alto. CONCLUSÃO: Os cantores religiosos amadores, de ambos os gêneros, apresentam percentual expressivo de queixas e hábitos vocais que podem estar associados à falta de informações sobre os hábitos saudáveis de produção vocal e que podem contribuir para o desenvolvimento de alterações laríngeas e disfonia.PURPOSE: To investigate the vocal health profile of male and female gospel amateur singers regarding vocal complaints, habits and difficulties during singing practice. METHODS: Participants were 55 subjects with ages between 18 and 50 years, who answered a self-assessment questionnaire regarding the identification of vocal habits and possible complaints of spoken and sung voice. RESULTS: Amateur gospel singers reported vocal

  18. Treinamento de natação na intensidade do limiar anaeróbio melhora a aptidão funcional de ratos idosos Swimming training at anaerobic threshold intensity improves the functional fitness of older rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verusca Najara de Carvalho Cunha

    2008-12-01

    Full Text Available Os efeitos do treinamento aeróbio em intensidade relativa ao limiar de lactato (LL foram analisados em 15 ratos idosos (~448 dias de vida. Os grupos de animais treinados (n=9 e controle (n=6 foram submetidos a um teste antes e após quatro semanas de treinamento. O teste incremental consistiu de uma carga inicial de 1% do peso corporal e incrementos de 1% a cada três minutos, com mensurações de lactato sanguíneo para identificação do LL por inspeção visual do ponto de inflexão da curva. O programa de treinamento consistiu de 30 minutos de natação/dia, cinco dias/semana, com sobrecarga de 5% do peso corporal (PC, ou controle sem exercício. Foi observado aumento significativo na intensidade do LL após o treinamento (pré = 4,5 ± 1,1 vs. Pós = 5.4 ± 0.9% PC. A carga máxima atingida ao final do teste incremental aumentou significativamente de 39,7 ± 7,5g no pré para 48,4 ± 10,5g no pós treinamento, sem mudanças para o grupo controle (44,7 ± 8 vs. 45,3 ± 9,3g. O peso corporal do grupo treinado não apresentou diferença como resultado de quatro semanas de natação em intensidade correspondente ao LL (641,0 ±62,0 para 636,0 ± 72.7g; p>0.05. Por outro lado, o grupo não treinado aumentou significativamente o PC de 614,0 ± 8,0 para 643,0 ± 74,1g. A carga máxima atingida expressa tanto em valores absolutos como relativos (%PC aumentou significativamente após o treinamento. Conclui-se que quatro semanas de treinamento de natação em intensidade correspondente ao limiar de lactato resultou em uma melhora da aptidão aeróbia e na manutenção do peso corporal em ratos idosos.The effects of aerobic training at the lactate threshold (LT intensity were analyzed in fifteen older rats (~448 days old. Both the trained (n = 9 and control (n = 6 groups were submitted to an incremental exercise test before and after four weeks of training. The incremental exercise test consisted of an initial load of 1% BM and 1% increments at each

  19. Multidimensional Analysis on the Effect of Vocal Function Exercises on Aged Vocal Fold Atrophy.

    Science.gov (United States)

    Kaneko, Mami; Hirano, Shigeru; Tateya, Ichiro; Kishimoto, Yo; Hiwatashi, Nao; Fujiu-Kurachi, Masako; Ito, Juichi

    2015-09-01

    Age-related voice change is characterized as weak, harsh, and breathy. These changes are caused by histologic alteration of the lamina propria of the vocal fold mucosa as well as atrophy of the thyroarytenoid muscle. Several therapeutic strategies involving laryngeal framework surgery and injection laryngoplasty have been tried, but effects have been limited. Vocal function exercises (VFE) have been used to treat age-related vocal fold atrophy although the effectiveness has been shown with limited analysis. The present study aims to determine the effectiveness of VFE for the treatment of aged atrophy using multidimensional analysis. This is a retrospective study. Sixteen patients with vocal fold atrophy aged 65-81 years underwent voice therapy using VFE. Six patients with vocal fold atrophy aged 65-85 years were involved as a historical control group. The grade, roughness, breathiness, asthenia, strain (GRBAS) scale, stroboscopic examinations, aerodynamic assessment, acoustic analysis, and Voice Handicap Index-10 (VHI-10) were performed before and after VFE. Normalized mucosal wave amplitude (NMWA), normalized glottal gap (NGG), and bowing index (BI) were measured by image analysis during stroboscopic examinations. After VFE, significant improvements were shown in GRBAS, maximum phonation time, jitter, NMWA, NGG, and VHI-10 although BI has not changed significantly. There were no significant improvements in the historical control. The data suggest that VFE produces significant improvement in subjective, objective, and patient self-evaluation and deserves further attention as a treatment for aged atrophy of the vocal fold. It was also suggested that VFE does not improve the vocal fold bowing but may improve muscular function during voicing. Copyright © 2015 The Voice Foundation. Published by Elsevier Inc. All rights reserved.

  20. Vocal quality in university teachers: a pilot study.

    Science.gov (United States)

    D'haeseleer, E; Claeys, S; Wuyts, F; Van Lierde, K M

    2009-01-01

    The main purpose of this study was to determine the vocal quality of 20 male and 9 female university teachers using a multi-parameter approach. Secondly, the effect of an academic lecture on the voice profiles of the university teachers was measured. All groups underwent subjective voice evaluations (perceptual evaluation, Voice Handicap Index, anamnesis of vocal complaints and vocal abuse) and objective voice evaluations (aerodynamic and acoustic parameters, vocal performance, and the Dysphonia Severity Index). The same voice assessment was performed after an academic lecture with a mean length of one and a half hours. The mean DSI score was + 2.2 for the male teachers and + 4.0 for the female teachers. The mean VHI score was 13. Perceptually, all voice parameters were rated as normal. The questionnaire revealed a relatively high amount of vocal abuse. No changes in the objective vocal parameters were found after the lecture. Perceptually, however, the voices of the university teachers were significantly less instable after the lecture. Although no negative changes in objective vocal quality were observed, 48% of the university teachers experienced subjective vocal changes. The authors concluded that university teachers are professional voice users with good vocal quality who suffer no handicapping effect from possible voice disorders. No important changes in the vocal profile after a teaching activity of one and a half hours were found, despite the high prevalence of voice complaints.

  1. Treinamento desportivo: perfil acadêmico dos líderes de grupos de estudo brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hudson Fabricius Peres Nunes

    Full Text Available Resumo Este estudo objetivou caracterizar o perfil acadêmico dos professores líderes de grupos de estudo brasileiros que desenvolvem pesquisas na subárea de treinamento desportivo. A metodologia usada foi a pesquisa descritiva dos currículos acadêmicos encontrados no banco de dados da Plataforma Lattes, tendo em vista que os dados quantitativos foram interpretados a partir da análise qualitativa das informações. Os resultados revelam que os grupos estão vinculados principalmente a universidades da Região Sudeste, a maioria dos líderes é doutor e a prevalência da produção científica está relacionada à preparação orgânica, pedagógica, psicológica e desportiva dos atletas.

  2. Treinamento resistido controla a pressão arterial de ratos hipertensos induzidos por l-NAME

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ayslan Jorge Santos de Araujo

    2013-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A hipertensão arterial é uma síndrome multifatorial, crônica, causada tanto por fatores congênitos ou adquiridos. OBJETIVO: Avaliar os efeitos do treinamento físico resistido (TR sobre pressão arterial, reatividade e morfologia vascular de ratos hipertensos induzidos por L-NAME. MÉTODOS: Ratos Wistar machos (200-250 g foram divididos em 3 grupos: normotenso sedentário (NS, hipertenso sedentário (HS e hipertenso treinado (HT. A hipertensão foi induzida pela administração de L-NAME (40 mg/kg na água de beber por 4 semanas. A pressão arterial foi avaliada antes e após o TR. O TR foi realizado utilizando 50% de 1RM, em 3 séries de 10 repetições, 3 vezes por semana, durante quatro semanas. A reatividade vascular foi mensurada em artéria mesentérica superior por curvas concentração resposta ao nitroprussiato de sódio (NPS e fenilefrina (FEN. Além disso, foram realizadas análises histológicas e estereológicas. RESULTADOS: O TR inibiu o aumento das pressões arteriais média e diastólica. Foi observada uma redução significativa na resposta máxima e na potência da FEN entre os grupos HS e HT. A análise histológica evidenciou aspecto normal para as túnicas íntima, média e adventícia em todos os grupos. Não houve diferença significativa nas áreas do lúmen, da túnica média e total das artérias dos grupos HS e HT em relação ao NS. A razão parede/lúmen arterial do grupo HS apresentou diferença significativa em relação ao NS (p < 0,05, mas esta não foi diferente do HT. CONCLUSÕES: O TR foi capaz de prevenir a elevação da pressão arterial sob as condições deste estudo. Este controle parece envolver a regulação de mecanismo vasoconstritor e a manutenção do diâmetro luminal de ratos hipertensos induzidos por L-NAME.

  3. EFEITOS DO TREINAMENTO AERÓBICO E DO FORTALECIMENTO EM PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA CARDÍACA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Calegari

    Full Text Available RESUMO Introdução: A intolerância ao exercício e a dispneia são os principais sintomas da insuficiência cardíaca (IC. Objetivo: Avaliar os efeitos de um programa de exercícios aeróbicos e de fortalecimento sobre a aptidão cardiorrespiratória, o pico de torque dos flexores e extensores de joelho e a qualidade de vida de pacientes com IC. Métodos: Estudo prospectivo, com avaliação pré e pós-reabilitação cardiovascular (RCV de sete pacientes, com idade de 61 ± 6 anos, classe funcional II e III e fração de ejeção do ventrículo esquerdo 45,4 ± 2,3%. O programa de RCV consistiu em 24 sessões de 60 minutos com treinamento aeróbico na intensidade do limiar de anaerobiose (LA e fortalecimento dos membros inferiores usando caneleiras de 3 a 5 kg. No início e após RCV os pacientes realizaram prova de esforço, dinamometria isocinética do joelho dominante e responderam o questionário WHOQOL-bref. Resultados: Após RCV, o tempo de exercício para atingir o LA foi atrasado (p= 0,04 e houve aumento significativo no consumo de oxigênio (VO2 (p < 0,01, da frequência cardíaca (FC (p= 0,04, pulso de oxigênio (VO2/FC (p = 0,02 e ventilação (VE (p = 0,01 na intensidade do LA. Houve aumento do pico de torque dos músculos extensores de joelho (p = 0,02 e melhora significativa do domínio psicológico (p = 0,04 do questionário de qualidade de vida. Conclusão: O programa de RCV foi seguro e resultou em melhora do desempenho de exercícios submáximos, da força dos músculos extensores de joelho e da qualidade de vida de pacientes com IC.

  4. Cricothyroid muscle dysfunction impairs vocal fold vibration in unilateral vocal fold paralysis.

    Science.gov (United States)

    Pei, Yu-Cheng; Fang, Tuan-Jen; Li, Hsueh-Yu; Wong, Alice M K

    2014-01-01

    The relevance of the cricothyroid (CT) muscle in patients with unilateral vocal fold paralysis (UVFP) remains controversial. To clarify the functional significance of the CT muscle in patients with UVFP, the confounding effect of the severity of recurrent laryngeal nerve injury should be taken into consideration. In the present study, quantitative laryngeal electromyography (LEMG) was used to measure the severity of paralysis of the thyroarytenoid-lateral cricoarytenoid (TA-LCA) muscle complex to allow the functional contribution of the CT muscle to be determined. Cross-sectional study performed in an otolaryngology outpatient clinic. Thirty-one patients with a main diagnosis of UVFP were recruited. The main outcome measures included LEMG examination, quantitative LEMG analysis of the TA-LCA muscle complex, UVFP-related quality-of-life questionnaire (Voice Outcome Survey [VOS]), voice acoustics analysis, videolaryngostroboscopy, and general quality-of-life questionnaire (Short Form-36 Health Survey [SF-36]) assessments. The vocal cord position did not differ between patients with and without CT muscle impairment. Patients with both TA-LCA and CT paralysis showed poorer vocal fold vibration (P = .048) and higher fundamental frequency (P = .02), and the VOS and SF-36 were both poorer compared with patients with only TA-LCA paralysis. Although the vocal cord position was not influenced by CT muscle function, coexisting CT muscle paralysis may damage the voice by impairing vocal fold vibration in UVFP patients. © 2013 The American Laryngological, Rhinological and Otological Society, Inc.

  5. Vocal tract dynamics in an adult stutterer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lesley Wolk

    1981-11-01

    Full Text Available The present study was motivated by the clinical observation of "laryngeal spasms" during dysfluency in an adult female  stutterer. The flexible fiberoptic nasolaryngoscope was employed in an attempt to assess this phenomenon objectively. Findings from fiberscopic and spectrographic investigations provided evidence for a disturbance in laryngeal behaviour, and in turn served to determine the nature of the treatment programme. Asymmetry of the vocal folds  and partial abductory laryngeal behaviour, reflecting  a conflict between adductory and abductory forces, characterized the dysfluency  in this patient. A subjective evaluation after treatment revealed a reduction in both severity and frequency of stuttering behaviour. Furthermore, fiberscopic examination carried out after treatment revealed an absence of the laryngeal disturbances noted previously. Results are considered in terms of vocal tract dynamics in stuttering and its clinical applicability.

  6. Vocal caricatures reveal signatures of speaker identity

    Science.gov (United States)

    López, Sabrina; Riera, Pablo; Assaneo, María Florencia; Eguía, Manuel; Sigman, Mariano; Trevisan, Marcos A.

    2013-12-01

    What are the features that impersonators select to elicit a speaker's identity? We built a voice database of public figures (targets) and imitations produced by professional impersonators. They produced one imitation based on their memory of the target (caricature) and another one after listening to the target audio (replica). A set of naive participants then judged identity and similarity of pairs of voices. Identity was better evoked by the caricatures and replicas were perceived to be closer to the targets in terms of voice similarity. We used this data to map relevant acoustic dimensions for each task. Our results indicate that speaker identity is mainly associated with vocal tract features, while perception of voice similarity is related to vocal folds parameters. We therefore show the way in which acoustic caricatures emphasize identity features at the cost of loosing similarity, which allows drawing an analogy with caricatures in the visual space.

  7. Bandagem ajustável do tronco pulmonar: IX: atividade da G6PD do miocárdio de cabras adultas submetido ao treinamento ventricular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Samy Assad

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: O aumento da atividade miocárdica da Glicose 6-Fosfato Desidrogenase tem sido demonstrado na insuficiência cardíaca. Este estudo avalia a atividade miocárdica da Glicose 6-Fosfato Desidrogenase no treinamento do ventrículo subpulmonar de cabras adultas. MÉTODOS: Foram utilizadas 18 cabras adultas, divididas em três grupos: convencional (bandagem fixa, sham e intermitente (bandagem ajustável; 12 horas diárias de sobrecarga. A sobrecarga sistólica (70% da pressão sistêmica foi mantida durante quatro semanas. As avaliações hemodinâmica e ecocardiográfica foram realizadas durante todo o estudo. Depois de cumprido o protocolo, os animais foram mortos para avaliação morfológica e da atividade da Glicose 6-Fosfato Desidrogenase dos ventrículos. RESULTADOS: Apesar de haver sobrecarga sistólica proporcionalmente menor no ventrículo subpulmonar do grupo intermitente (P=0,001, ambos os grupos de estudo apresentaram aumento da massa muscular de magnitude similar. Os grupos intermitente e convencional apresentaram aumento da massa de 55,7% e 36,7% (P<0,05, respectivamente, em comparação ao grupo sham. O conteúdo de água do miocárdio não variou entre os grupos estudados (P=0,27. O ecocardiograma demonstrou maior aumento (37,2% na espessura do ventrículo subpulmonar do grupo intermitente, em relação aos grupos sham e convencional (P<0,05. Foi observada maior atividade da Glicose 6-Fosfato Desidrogenase na hipertrofia miocárdica do ventrículo subpulmonar do grupo convencional, comparada aos grupos sham e intermitente (P=0,05. CONCLUSÃO: Ambos os grupos de treinamento ventricular desenvolveram hipertrofia ventricular, a despeito do menor tempo de sobrecarga sistólica no grupo intermitente. A maior atividade de Glicose 6-Fosfato Desidrogenase observada no grupo convencional pode refletir um desequilíbrio redox, com maior produção de fosfato de dinucleotídeo de nicotinamida e adenina e glutationa reduzida, um

  8. Efeitos agudos de diferentes métodos de treinamento com pesos sobre o gasto energético em homens treinados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Ramalho Aniceto

    2013-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O treinamento com pesos vem sendo amplamente utilizado como estratégia de controle e redução ponderal, assim o gasto energético (GE contribui de forma significativa para este processo. OBJETIVO: Comparar os efeitos agudos do método circuito (MC com o método tradicional (MT sobre o GE. MÉTODOS: Trata-se de uma pesquisa com delineamento crossover e aleatorizado, a amostra foi composta por 10 homens adultos treinados com idade entre 18 e 29 anos. Foram realizadas duas sessões experimentais com wash out de sete dias: no MC os exercícios foram realizados alternados por segmento em forma de estações, durante o MT os exercícios foram realizados em séries consecutivas. Ambos os métodos seguiram a mesma sequência de oito exercícios com o mesmo trabalho total: 60% de 1RM, 24 séries/estações e 10 repetições. O lactato sanguíneo foi coletado em repouso e a cada três séries/estações. O ar expirado foi coletado por 30 minutos antes e ~31 minutos durante todas as sessões de treinamento. O GE aeróbio de exercício (GEAE, kj e do intervalo de recuperação (GEAIR, kj foram estimados pela calorimetria indireta através da medida do consumo de oxigênio e o GE anaeróbio (GEA, kj pela concentração de lactato sanguíneo ([La]. O GE total (GET, kj foi registrado pelo somatório do GEA, GEAE e GEAIR. RESULTADOS: Os dados demonstraram que o GEA foi maior no MT do que o MC, no entanto, o GEAE, GEAIR e o GET não foram diferentes significativamente entre os métodos. O MT apresentou maior [La] do que o MC. CONCLUSÃO: Conclui-se que o MC e o MT produzem similar GET, contudo, percebe-se que o MT utiliza mais a via anaeróbia do que o MC.

  9. Efeitos de 24 semanas de treinamento resistido sobre índices da aptidão aeróbia de mulheres idosas Effects of 24 weeks of resistance training on aerobic fitness indexes of older women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Guido

    2010-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO E OBJETIVO: O consumo de oxigênio pico (VO2pico e o limiar anaeróbio (LA são amplamente aceitos como importantes medidas da aptidão aeróbia. Tradicionalmente, o treinamento aeróbio é visto como o principal meio de se aumentar esses índices. Em contrapartida, o treinamento resistido (TR não é tipicamente prescrito para este fim. Em indivíduos idosos, tem sido sugerido que o TR é capaz de aprimorar a capacidade aeróbia; entretanto, a temática é controversa. O objetivo do presente estudo foi verificar os efeitos do treinamento resistido sobre índices da capacidade aeróbia de mulheres idosas. METODOLOGIA: Participaram voluntariamente 50 idosas, as quais foram distribuídas em dois possíveis grupos: grupo controle (GC - n = 25; idade média 68,00 ± 6,38 e grupo treinamento (GT - n = 25; idade média 68,04 ± 6,78 anos. Todas as participantes realizaram teste ergoespirométrico em esteira conduzido até a exaustão voluntária antes e após a intervenção. O GT foi submetido a um programa de TR para os principais grupos musculares três vezes por semana durante um período de 24 semanas. Ao GC foi solicitado que mantivessem suas rotinas habituais. Split plot Anova foi utilizada para verificar possíveis diferenças intra e intergrupos. RESULTADOS: Foi observado que o GT apresentou aumento significativo nas variáveis tempo de teste e VO2, tanto no momento do LA como no momento da exaustão. No GC nenhuma das variáveis dependentes sofreu alteração significativa. CONCLUSÃO: Conclui-se que 24 semanas de TR é capaz de promover melhora no desempenho durante teste de esforço cardiopulmonar em uma amostra de mulheres idosas. Futuros estudos serão importantes para elucidar os mecanismos responsáveis por tais adaptações.INTRODUCTION AND OBJECTIVES: Peak oxygen uptake (VO2 peak and anaerobic threshold (AT have been widely accepted as important predictors of aerobic fitness. Traditionally, aerobic training is viewed as

  10. Avaliação do treinamento muscular inspiratório por threshold IMT no processo de aceleração do desmame da ventilação mecânica

    OpenAIRE

    Robledo Leal Condessa

    2008-01-01

    A utilização da ventilação mecânica (VM) pode contribuir para a atrofia dos músculos respiratórios devido ao desuso destes, uma vez que as estruturas subcelulares das miofibrilas do diafragma são diretamente afetadas, dificultando dessa forma o desmame do ventilador mecânico. Com base nesses dados o treinamento dos músculos inspiratórios pode ser uma estratégia que visa não somente o aumento da força dos músculos envolvidos como também a diminuição do tempo de VM, uma vez que, danos no múscul...

  11. Mapping of Vocal Risk in Amateur Choir.

    Science.gov (United States)

    Rosa, Milka; Behlau, Mara

    2017-01-01

    The study aimed to investigate and map the existence of vocal risk in amateur singers, analyzing the contribution of general voice signs and symptoms, specific singing handicap, and generalized anxiety. This is a cross-sectional study. The sample comprised 526 volunteer amateur choristers-186 male and 340 female-(mean age of 42.07 years) from different choirs in the region of São Paulo. Three questionnaires were used: the Voice Symptom Scale (VoiSS), the Modern Singing Handicap Index (MSHI), and the Generalized Anxiety Disorder 7-item (GAD-7) scale. The mean total score obtained on the VoiSS was 17.57, which is almost two points higher than the protocol's passing score (16). The choristers who scored higher or equal to 16 points (51.5%, n = 271)-considered at vocal risk-and the group who scored less than 16 points (48.5%, n = 255)-healthy group-were analyzed separately. The risk group presented a mean total score of 26.34 on the VoiSS and 20.97 on the MSHI, with higher deviation on the impairment subscale, followed by the disability and handicap subscales, along with mild anxiety. The healthy group presented a mean total score of 8.27 on the VoiSS and 6.11 on the MSHI, also with higher deviation in the impairment subscale, followed by disability and handicap, and a minimum level of anxiety. Even in leisure activities, vocal care is necessary for the correct use of the singing voice, which demands individual adaptations. The use of protocols for voice symptoms and singing handicap has revealed the possibility of amateur choristers to present vocal risk. Copyright © 2017 The Voice Foundation. Published by Elsevier Inc. All rights reserved.

  12. Vocal Parameters of Elderly Female Choir Singers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aquino, Fernanda Salvatico de

    2015-11-01

    Full Text Available Introduction Due to increased life expectancy among the population, studying the vocal parameters of the elderly is key to promoting vocal health in old age. Objective This study aims to analyze the profile of the extension of speech of elderly female choristers, according to age group. Method The study counted on the participation of 25 elderly female choristers from the Choir of Messianic Church of São Paulo, with ages varying between 63 and 82 years, and an average of 71 years (standard deviation of 5.22. The elders were divided into two groups: G1 aged 63 to 71 years and G2 aged 72 to 82. We asked that each participant count from 20 to 30 in weak, medium, strong, and very strong intensities. Their speech was registered by the software Vocalgrama that allows the evaluation of the profile of speech range. We then submitted the parameters of frequency and intensity to descriptive analysis, both in minimum and maximum levels, and range of spoken voice. Results The average of minimum and maximum frequencies were respectively 134.82–349.96 Hz for G1 and 137.28–348.59 Hz for G2; the average for minimum and maximum intensities were respectively 40.28–95.50 dB for G1 and 40.63–94.35 dB for G2; the vocal range used in speech was 215.14 Hz for G1 and 211.30 Hz for G2. Conclusion The minimum and maximum frequencies, maximum intensity, and vocal range presented differences in favor of the younger elder group.

  13. Vocal Parameters of Elderly Female Choir Singers.

    Science.gov (United States)

    Aquino, Fernanda Salvatico de; Ferreira, Léslie Piccolotto

    2016-01-01

    Introduction Due to increased life expectancy among the population, studying the vocal parameters of the elderly is key to promoting vocal health in old age. Objective This study aims to analyze the profile of the extension of speech of elderly female choristers, according to age group. Method The study counted on the participation of 25 elderly female choristers from the Choir of Messianic Church of São Paulo, with ages varying between 63 and 82 years, and an average of 71 years (standard deviation of 5.22). The elders were divided into two groups: G1 aged 63 to 71 years and G2 aged 72 to 82. We asked that each participant count from 20 to 30 in weak, medium, strong, and very strong intensities. Their speech was registered by the software Vocalgrama that allows the evaluation of the profile of speech range. We then submitted the parameters of frequency and intensity to descriptive analysis, both in minimum and maximum levels, and range of spoken voice. Results The average of minimum and maximum frequencies were respectively 134.82-349.96 Hz for G1 and 137.28-348.59 Hz for G2; the average for minimum and maximum intensities were respectively 40.28-95.50 dB for G1 and 40.63-94.35 dB for G2; the vocal range used in speech was 215.14 Hz for G1 and 211.30 Hz for G2. Conclusion The minimum and maximum frequencies, maximum intensity, and vocal range presented differences in favor of the younger elder group.

  14. Treinamento com jogos no futebol : investigações das vertentes técnicas, táticas e físicas nas matrizes de jogos = Training with small-sided games in soccer: studies of technical, tactical and physical aspects in the game matrix

    OpenAIRE

    Guilherme Vinicius Moreira Grandim

    2015-01-01

    Resumo: O uso de jogos reduzidos para treinamento com futebol vem sendo altamente difundido nos últimos anos devido a sua dinâmica em trabalhar de forma conjunta e complexa as vertentes técnicas, táticas e físicas. Logo, o objetivo estudo teve como foco a investigação dessas vertentes nos diferentes tipos de matrizes de jogos e suas relações. A amostra do estudo consistiu em dez jogadores da categoria sub-20 (idade:19,4±, 0,7, altura: 174± 5,44 cm, massa corporal: 67,78 ± 8,30 kg, % de gordur...

  15. Apostila de treinamento na extensão rural: espaço de tensão entre o discurso da aplicação da ciência e o da experiência prática no campo

    OpenAIRE

    Ferreira,Eric Duarte

    2008-01-01

    O objetivo deste trabalho é analisar o jogo entre a produção e a aplicação de saber em um corpus composto por apostilas de treinamento utilizadas em cursos de Extensão Rural sobre armazenamento de grãos. Partimos da seguinte questão central: como um saber do campo científico é deslocado para o campo da utilização (pedagógico)? Metodologicamente, tomamos esses campos como dois planos que comportam modos distintos de produção de enunciados, de acordo com o que Foucault (1969, 1963) desenvolve a...

  16. Efeitos hemodinâmicos e vasculares do treinamento resistido: implicações na doença cardiovascular Hemodynamic and vascular effects of resistance training: implications for cardiovascular disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Umpierre

    2007-10-01

    Full Text Available O treinamento resistido tem sido proposto como possível estratégia para prevenção e reabilitação cardiovascular, e nesse contexto esta revisão descreve os efeitos cardiovasculares mediados por esse tipo de intervenção. O incremento tanto na força muscular quanto na capacidade para realização de tarefas do dia-a-dia são benefícios bem caracterizados ante esse tipo de treinamento. Mais recentemente, estudos que utilizaram a avaliação hemodinâmica verificaram estabilidade cardiovascular em pacientes com doença coronariana ou insuficiência cardíaca durante a realização de exercício resistido, sem aparentes prejuízos na função ventricular ou aumento exacerbado na pressão arterial ao exercício. Adicionalmente, a pressão arterial em repouso também parece ser influenciada pelo treinamento resistido crônico, apresentando leve redução tanto para a pressão arterial sistólica (PAS quanto para a pressão arterial diastólica (PAD. A mensuração dos níveis pressóricos após uma única sessão de exercício resistido demonstra ocorrência da hipotensão pós-exercício em indivíduos normais e hipertensos; contudo, há controvérsias quanto à intensidade de esforço necessária para indução desse efeito. Recentemente, estudos de intervenção têm investigado o exercício resistido sob o prisma vascular, avaliando a complacência arterial, assim como a função endotelial. Apesar dos poucos experimentos disponíveis, evidências têm demonstrado uma potencial influência do treinamento resistido sobre a redução da complacência arterial. Por sua vez, o fluxo sangüíneo periférico apresenta-se aumentado após o treinamento resistido, ao passo que a função endotelial parece melhorada especialmente após o treinamento combinado. Pesquisas adicionais são necessárias para análise da eficácia dessa intervenção sobre desfechos validados, e para aprofundamento de mecanismos fisiológicos responsáveis pelas adapta

  17. Imaging evaluation of vocal cord paralysis

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Garcia, Marcelo de Mattos; Magalhaes, Fabiana Pizanni; Dadalto, Gabriela Bijos; Moura, Marina Vimieiro Timponi de [Axial Centro de Imagem, Belo Horizonte, MG (Brazil)], e-mail: marcelomgarcia@superig.com.br, e-mail: ce@axialmg.com.br

    2009-09-15

    Vocal cord paralysis is a common cause of hoarseness. It may be secondary to many types of lesions along the cranial nerve X pathway and its branches, particularly the laryngeal recurrent nerves. Despite the idiopathic nature of a great number of cases, imaging methods play a very significant role in the investigation of etiologic factors, such as thyroid and esophagus neoplasias with secondary invasion of the laryngeal recurrent nerves. Other conditions such as aortic and right subclavian artery aneurysms also may be found. The knowledge of local anatomy and related diseases is of great importance for the radiologist, so that he can tailor the examination properly to allow an appropriate diagnosis and therapy planning. Additionally, considering that up to 35% of patients with vocal cord paralysis are asymptomatic, the recognition of radiological findings indicative of this condition is essential for the radiologist who must warn the referring physician on the imaging findings. In the present study, the authors review the anatomy and main diseases related to vocal cord paralysis, demonstrating them through typical cases evaluated by computed tomography and magnetic resonance imaging, besides describing radiological findings of laryngeal abnormalities indicative of this condition. (author)

  18. Efeitos do treinamento resistido sobre o perfil lipídico de indivíduos com síndrome metabólica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.A. Albarello

    2017-09-01

    Conclusão: Maiores concentrações de lipoproteína de alta densidade, a diminuição da circunferência do abdômen e menores níveis de ureia, bem como provocados pelo treinamento resistido na população em questão são reflexão de menor risco cardiovascular, indicando que o treinamento resistido pode ser benéfico.

  19. Efeito do treinamento aeróbio nos níveis de homocisteína em indivíduos diabéticos do tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre de Souza e Silva

    2015-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Os programas de treinamento aeróbio têm demonstrado bons resultados no controle das variáveis de risco cardiovascular em indivíduos diabéticos; no entanto, os efeitos nos níveis de homocisteína não estão claros. Objetivo: Analisar os efeitos do treinamento aeróbio nos níveis plasmáticos de homocisteína e fatores de risco cardiovascular em indivíduos diabéticos do tipo 2.MÉTODOS: Participaram do estudo 15 mulheres com diabetes do tipo 2 e média de idade 68,86 ± 11,2 anos. Todos os indivíduos da amostra foram submetidos a um teste de avaliação do consumo máximo de oxigénio (VO2máx seguindo o protocolo de Bruce, avaliação da pressão arterial e avaliação antropométrica. Foi também efetuada uma coleta de 10 ml de sangue (veia antecubital em jejum de no mínimo 12 horas. O plasma foi separado e processado para posterior análise da concentração de homocisteína (mmol/l, colesterol total (mg/dl, lipoproteína de muito baixa densidade (VLDL (mg/dl, lipoproteína de baixa densidade (LDL (mg/dl, lipoproteína de alta densidade (HDL (mg/dl, triglicérides (mg/dl e glicemia (mg/dl. Os testes foram feitos antes e após 16 semanas de treinamento aeróbio. O programa foi realizado com 2 sessões de treinamento não consecutivas por semana, com intensidade compreendida entre 60% e 70% da frequência cardíaca máxima e duração de 75 minutos por sessão.RESULTADOS: Os resultados observados revelam que o programa de exercício físico induziu uma diminuição não significativa da concentração plasmática de homocisteína. Foram ainda identificadas melhorias do perfil lipídico e do Consumo Máximo de Oxigênio (VO2máx, diminuição da glicemia, da pressão arterial diastólica, do percentual de gordura e massa gorda.CONCLUSÃO: Conclui-se que o programa de treinamento aeróbio reduziu o risco cardiovascular em indivíduos diabéticos do tipo 2, embora a alteração da homocisteína não tenha sido significativa.

  20. Avaliação do sistema de treinamento e desenvolvimento em empresas paulistas de médio e grande porte Assesment of the training and development system in medium and large companies from the state of São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Keli Cristina de Lara Campos

    2004-01-01

    Full Text Available Atualmente a aprendizagem no trabalho vem sendo cada vez mais relevante, fato que leva ao investimento em treinamento. O presente trabalho objetivou avaliar este sistema e para tanto participaram 300 empresas do Estado de São Paulo com mais de 100 funcionários. Os instrumentos, enviados por correio, foram devolvidos em até 60 dias. Os resultados indicam pouco controle dos gastos em Treinamento, visto que 44,67% das empresas não têm conhecimento do valor investido nesta área. 70,33% das organizações relatam analisar sistematicamente as necessidades de Treinamento, enquanto 73,67% controlam a eficiência do mesmo. A maneira de controle mais utilizada é o feedback informal (50,33%. As futuras necessidades de Treinamento se encontram nas áreas de administração de negócios e estratégia (12,22% e de gerenciamento de pessoal e supervisão (11,78%. Apesar de muitas empresas detectarem a necessidade da aprendizagem de novas habilidades, os recursos investidos em Treinamento ainda são pouco sistematizados e requerem maior atenção.Nowadays work learning is becoming more and more relevant, a fact that leads to training investiments. This research aimed to evaluate this system and to do so 300 companies from Sao Paulo state with more than 100 employees were investigated. The questionnaires have been sent by mail and returned in 60 days, the maximum. The results show little control in training expenses, since 44,67% of the companies do not know the amount spent in training; 70,33% of the companies confirm that they systematically analyze the training needs, while 73,67% control the efficiency of training. The most used way of controlling training is informal feedback (50,33%. Future needs of training are located in the business administration and strategy areas, (12,22%, personnel management and supervision (11,78%. Although many companies have recognized the need of learning new abilities, the resources invested in training are not enough

  1. A associação de esteroide anabolizante ao treinamento físico aeróbio leva a alterações morfológicas cardíacas e perda de função ventricular em ratos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everton Crivoi do Carmo

    2011-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O esteroide anabolizante (EA associado ao treinamento físico induz mudança da hipertrofia cardíaca (HC fisiológica para patológica. Entretanto, esses trabalhos foram realizados com atletas de força, sendo os efeitos do EA associados ao treinamento aeróbio poucos conhecidos. Com isso, o objetivo do estudo foi avaliar os efeitos do treinamento aeróbio e dos EA sobre a estrutura e função cardíaca. MÉTODOS: Foram utilizados 28 ratos Wistar divididos em quatro grupos: sedentários controle (SC, sedentários anabolizante (SA, treinados controle (TC e treinado anabolizante (TA. O EA foi administrado duas vezes por semana (10mg/kg/ semana. O treinamento físico de natação foi realizado durante 10 semanas, cinco sessões semanais. Foram avaliadas a pressão arterial e frequência cardíaca por pletismografia de cauda, função ventricular por ecocardiografia, diâmetro dos cardiomiócitos e fração volume de colágeno por métodos histológicos. RESULTADOS: Não foram observadas diferenças na PA. O grupo TC apresentou redução da frequência cardíaca de repouso após o período experimental, o que não ocorreu no grupo TA. Foram observadas HC de 38% no grupo SA, 52% no grupo TC e de 64% no grupo TA em relação ao grupo SC. O grupo TA apresentou diminuição da função diastólica em relação aos outros grupos. Os grupos treinados apresentaram aumentos significantes no diâmetro dos cardiomiócitos. Os grupos SA e TA apresentaram aumento na fração volume de colágeno em relação aos grupos SC e TC. CONCLUSÃO: Os resultados apresentados mostram que o treinamento físico de natação induz a HC, principalmente pelo aumento do colágeno intersticial, o que pode levar a prejuízos da função diastólica.

  2. Direct measurement of pressures involved in vocal exercises using semi-occluded vocal tracts.

    Science.gov (United States)

    Robieux, Camille; Galant, Camille; Lagier, Aude; Legou, Thierry; Giovanni, Antoine

    2015-10-01

    The aim of this study was to rank vocal exercises using semi-occluded vocal tracts (SOVT) as a function of their effect on subglottal pressure (SGP) and on transglottal pressure (TGP). Direct measurements were performed in two healthy females. The correct realization of vocal exercises was controlled by maintaining a constant airflow at the phonation onset. TGP varied from 1.8 to 5.9 hPa among SOVT, in the same range as phonation threshold pressure values. SGP varied among subjects from 19.4 for 2-mm straw to 3.2 hPa for closed vowel. SOVT could be ranked in voice rehabilitation from the greatest to the smallest effects on SGP as following: 1) 2-mm straw; 2) 5-mm straw and fricative /v/; 3) 8-mm straw and nasals /m/ and /n/; 4) vowel /i/.

  3. Heterospecific alarm call recognition in a non-vocal reptile.

    Science.gov (United States)

    Vitousek, Maren N; Adelman, James S; Gregory, Nathan C; Clair, James J H St

    2007-12-22

    The ability to recognize and respond to the alarm calls of heterospecifics has previously been described only in species with vocal communication. Here we provide evidence that a non-vocal reptile, the Galápagos marine iguana (Amblyrhynchus cristatus), can eavesdrop on the alarm call of the Galápagos mockingbird (Nesomimus parvulus) and respond with anti-predator behaviour. Eavesdropping on complex heterospecific communications demonstrates a remarkable degree of auditory discrimination in a non-vocal species.

  4. Computational acoustic modeling of cetacean vocalizations

    Science.gov (United States)

    Gurevich, Michael Dixon

    A framework for computational acoustic modeling of hypothetical vocal production mechanisms in cetaceans is presented. As a specific example, a model of a proposed source in the larynx of odontocetes is developed. Whales and dolphins generate a broad range of vocal sounds, but the exact mechanisms they use are not conclusively understood. In the fifty years since it has become widely accepted that whales can and do make sound, how they do so has remained particularly confounding. Cetaceans' highly divergent respiratory anatomy, along with the difficulty of internal observation during vocalization have contributed to this uncertainty. A variety of acoustical, morphological, ethological and physiological evidence has led to conflicting and often disputed theories of the locations and mechanisms of cetaceans' sound sources. Computational acoustic modeling has been used to create real-time parametric models of musical instruments and the human voice. These techniques can be applied to cetacean vocalizations to help better understand the nature and function of these sounds. Extensive studies of odontocete laryngeal morphology have revealed vocal folds that are consistently similar to a known but poorly understood acoustic source, the ribbon reed. A parametric computational model of the ribbon reed is developed, based on simplified geometrical, mechanical and fluid models drawn from the human voice literature. The physical parameters of the ribbon reed model are then adapted to those of the odontocete larynx. With reasonable estimates of real physical parameters, both the ribbon reed and odontocete larynx models produce sounds that are perceptually similar to their real-world counterparts, and both respond realistically under varying control conditions. Comparisons of acoustic features of the real-world and synthetic systems show a number of consistencies. While this does not on its own prove that either model is conclusively an accurate description of the source, it

  5. Vocal Learning via Social Reinforcement by Infant Marmoset Monkeys.

    Science.gov (United States)

    Takahashi, Daniel Y; Liao, Diana A; Ghazanfar, Asif A

    2017-06-19

    For over half a century now, primate vocalizations have been thought to undergo little or no experience-dependent acoustic changes during development [1]. If any changes are apparent, then they are routinely (and quite reasonably) attributed to the passive consequences of growth. Indeed, previous experiments on squirrel monkeys and macaque monkeys showed that social isolation [2, 3], deafness [2], cross-fostering [4] and parental absence [5] have little or no effect on vocal development. Here, we explicitly test in marmoset monkeys-a very vocal and cooperatively breeding species [6]-whether the transformation of immature into mature contact calls by infants is influenced by contingent parental vocal feedback. Using a closed-loop design, we experimentally provided more versus less contingent vocal feedback to twin infant marmoset monkeys over their first 2 months of life, the interval during which their contact calls transform from noisy, immature calls to tonal adult-like "phee" calls [7, 8]. Infants who received more contingent feedback had a faster rate of vocal development, producing mature-sounding contact calls earlier than the other twin. The differential rate of vocal development was not linked to genetics, perinatal experience, or body growth; nor did the amount of contingency influence the overall rate of spontaneous vocal production. Thus, we provide the first experimental evidence for production-related vocal learning during the development of a nonhuman primate. Copyright © 2017 Elsevier Ltd. All rights reserved.

  6. Continuous Vocalization during Kendo Exercises Suppresses Expiration of CO2.

    Science.gov (United States)

    Arikawa, H; Terada, T; Takahashi, T; Kizaki, K; Imai, H; Era, S

    2015-06-01

    One distinctive trait of kendo, the Japanese martial art of fencing, is the execution of sustained, high-effort vocalizations during actions. The purpose of this study was to determine the effect of these vocalizations on respiratory functions. First, the intensity of 3 kendo exercises was quantified by measuring oxygen uptake (V̇O2) and comparing it with V̇O2max measured during treadmill tests of 8 university kendo athletes. Respiratory variables of these 8 athletes were then analyzed using a portable breath gas analyzer during the most intensive kendo exercise, kakari-keiko, with and without vocalization. Breathing frequency (fB) increased regardless of vocalization, but in trials with vocalization, fB and ventilation were significantly lower, and expiration time was significantly longer. Components of expired gases were also affected by vocalization. Although there was no significant difference in oxygen uptake, vocalization yielded a reduction in carbon dioxide output (V̇CO2) and an increase in fraction of end-tidal carbon dioxide (FetCO2). We thus conclude that these vocalizations greatly affect expiration breathing patterns in kendo. Moreover, repetition of kakari-keiko caused a reduction in V̇CO2 and an increase in FetCO2 and CO2 storage. We consider the possibility that the sustained high-effort vocalizations of kendo also increase cerebral blood flow. © Georg Thieme Verlag KG Stuttgart · New York.

  7. Fracture Toughness of Vocal Fold Tissue: A Preliminary Study.

    Science.gov (United States)

    Miri, Amir K; Chen, Lei Xi; Mongrain, Rosaire; Mongeau, Luc

    2016-05-01

    A customized mechanical tester that slices thin, soft samples was used to measure the fracture toughness of vocal fold tissue. Porcine vocal fold lamina propria was subjected to quasi-static, guillotine-like tests at three equally distanced regions along the anterior-posterior direction. The central one-third where high-velocity collisions between vocal folds occur was found to have the maximum fracture toughness. In contrast, the anterior one-third featured a lower toughness. Fracture toughness can be indicative of the risk of benign and malignant lesions in vocal fold tissue. Copyright © 2016 The Voice Foundation. Published by Elsevier Inc. All rights reserved.

  8. Vocal Emotion of Humanoid Robots: A Study from Brain Mechanism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Youhui Wang

    2014-01-01

    Full Text Available Driven by rapid ongoing advances in humanoid robot, increasing attention has been shifted into the issue of emotion intelligence of AI robots to facilitate the communication between man-machines and human beings, especially for the vocal emotion in interactive system of future humanoid robots. This paper explored the brain mechanism of vocal emotion by studying previous researches and developed an experiment to observe the brain response by fMRI, to analyze vocal emotion of human beings. Findings in this paper provided a new approach to design and evaluate the vocal emotion of humanoid robots based on brain mechanism of human beings.

  9. Sistema especialista para detecção de falhas em comandos elétricos

    OpenAIRE

    Victor, Valci Ferreira

    2005-01-01

    Este trabalho consiste na criação de um Sistema Especialista que utiliza regras de produção para detecção de falhas nos circuitos de comandos de um sistema de acionamento e comandos de motores elétricos conhecido como Partida Direta. Conjuntamente são desenvolvidos três outros módulos, um para simulação do diagrama de comandos, um para simulação de defeitos e outro para correção de defeitos no diagrama com o objetivo de possibilitar o treinamento de profissionais visando uma melhor capacitaçã...

  10. Consumo de oxigênio de recuperação em resposta a duas sessões de treinamento de força com diferentes intensidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Viola de Almeida

    2011-04-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi comparar o comportamento do consumo de oxigênio (VO2 em resposta a uma sessão de treinamento de força (TF com objetivo em hipertrofia muscular (HP com uma sessão com objetivo em resistência muscular localizada (RML. Nove indivíduos do sexo masculino (23,1 ± 2,1 anos foram recrutados para este estudo. A força muscular dinâmica foi mensurada através do teste de 1RM. O VO2 foi coletado durante o repouso e 10 minutos de recuperação com um analisador de gases (CPX/D. As sessões foram compostas por um exercício de membros superiores (supino e um de membros inferiores (agachamento, e compreenderam a execução de três séries de 6-8 repetições máximas (RM a 80% de 1RM para HP e 15-20 RM a 55% de 1RM para RML. Foram analisados os dados de VO2 pós-exercício (EPOC, gasto energético (GE de recuperação e constante de tempo de VO2 (CT. Foi observado que ambas sessões provocaram comportamento significativamente elevado de VO2 durante os 10min de recuperação em relação aos valores de repouso. Não houve diferenças significativas entre os valores de EPOC (litros para HP (2,21 ± 0,54 e RML (2,60 ± 0,44, GE (kcal para HP (10,36 ± 2,53 e RML (12,18 ± 2,04 e CT (segundos para HP (56 ± 7 e RML (57 ± 6 (p > 0,05. Esses resultados demonstraram que uma sessão de TF com objetivo em RML é capaz de causar distúrbios metabólicos semelhantes àqueles provocados por uma sessão de HP, mesmo que seja em menor intensidade relativa a carga máxima.

  11. Fonoterapia vocal e fisioterapia respiratória com idosos saudáveis: revisão de literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Aparecida Cielo

    2016-04-01

    Full Text Available RESUMO Este estudo tem como tema a fonoterapia vocal e a fisioterapia respiratória no idoso saudável. O objetivo do presente estudo foi revisar a literatura sobre fonoterapia vocal e sobre fisioterapia respiratória com idosos saudáveis. Foi realizado um levantamento bibliográfico de artigos publicados entre 2004 e 2014 nas bases de dados Lilacs, Bireme, MedLine, PubMed e Scielo. Descritores utilizados: physical therapy specialty; breathing; speech therapy; aged; therapeutics e voice. A literatura sobre fonoterapia vocal com idosos saudáveis mostrou que as intervenções têm sido feitas por meio de orientação vocal; terapia vocal tradicional para presbifonia, independente do tipo de intervenção; exercícios vocais específicos; e programas terapêuticos padronizados, havendo evidências de melhora de medidas vocais perceptivoauditivas, acústicas, de autoavaliação vocal e de imagem laríngea. Quanto à fisioterapia respiratória, a literatura evidenciou que as técnicas ou procedimentos utilizados com idosos saudáveis foram: uso do aparelho Threshold, técnicas de terapia manual, espirometria de incentivo, exercícios respiratórios associados ao movimento do tronco e membros inferiores e atividade física em geral, apresentando evidências de melhora na força muscular respiratória, função pulmonar e autonomia funcional dos idosos.

  12. Treinamento com natação sobre a avaliação funcional da nocicepção ciática em ratos Swimming training and functional assessment of sciatic nociception in rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gladson Ricardo Flor Bertolini

    2011-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Existe certa controvérsia com relação ao efeito protetor do exercício em indivíduos com neuropatia periférica. OBJETIVO: Avaliar o treinamento físico, moderado e com intensidade progressiva, como fator infl uenciador da nocicepção em ratos submetidos a um modelo de ciatalgia. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram utilizados 18 ratos, divididos em três grupos: Grupo-Controle (PL; Grupo Natação Baixa Intensidade (GNBI; Grupo Natação Tempo Progressivo (GNTP. Para a realização dos protocolos de treinamento, os animais foram colocados em tanque de água, durante 6 semanas, 3 dias da semana, sendo que para GNBI os animais realizavam 10 minutos de natação por dia, para GNTP os animais iniciaram com 10 minutos e tendo progressão de 10 minutos por semana. PL realizava menos de 1 minuto de natação, apenas para ambientalização. Após o treinamento foi realizado o modelo experimental de ciatalgia, com amarria por fio Catgut cromado. Para avaliação da nocicepção foi utilizado o Teste de Incapacidade Funcional, que mostra os valores de tempo de elevação da pata (TEP em um minuto. As avaliações ocorreram antes da cirurgia, no 3º, 6º e 10º dias de pós-operatório (PO. RESULTADOS: Para todos os grupos, foi possível observar que houve aumento significativo dos valores no 3º, 6º e 10º dias de PO ao comparar com os valores do momento pré-cirurgia, mas, para o controle, não houve alteração significativa entre os momentos seguintes, fato que ocorreu para os grupos de natação. CONCLUSÃO: O exercício produziu maior hiperalgesia do que nos animais controle.INTRODUCTION: The protective effect of exercise on individuals with peripheral neuropathy is controversial. OBJECTIVE: To assess the influence of physical training of moderate and progressive intensity on nociception of rats in an experimental sciatica model. MATERIALS AND METHODS: The study assessed 18 rats divided into the following three groups: control group (CG

  13. Aula mix e treinamento resistido: comparação da influência do treinamento sobre valências físicas - doi: 10.5102/ucs.v12i2.2983

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giuliano Roberto Silva

    2014-12-01

    Full Text Available O estudo objetivou comparar Aula Mix e Treinamento Resistido avaliando quais teriam maior influência no percentual de gordura, flexibilidade e força. Foram elencadas 20 universitárias entre 20 e 30 anos, em dois grupos, n1 = 10 praticantes de Aula Mix (jump, cycle indoor, step e ginástica localizada e n2 = 10 praticantes de Treinamento Resistido. Os treinos foram realizados durante 8 semanas em 3 sessões de 60 minutos, em dias alternados. Os métodos de avaliação foram: “Sargent Jump”, arremesso de Medicine Ball, teste no banco de Wells e mensuração das sete dobras cutâneas. A Aula Mix proporcionou melhor resultado no percentual de gordura e flexibilidade, e o Treinamento Resistido, apresentou melhor resultado no ganho de força de membro superior e inferior, considerando p ≤ 0,05. Porém, independente da modalidade escolhida, às variáveis estudadas apresentou mudanças positivas, logo a prática de exercícios físicos garante promoção de saúde e qualidade de vida.

  14. Treinamento isocinético de curto prazo promove aumento da força muscular em indivíduos jovens Short-term isokinetic training increases muscle strength in young subjects

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Cunha

    2011-03-01

    Full Text Available O objetivo foi avaliar os efeitos de treinamento isocinético de curta duração no desempenho muscular em indivíduos jovens. Onze homens sadios participaram de um programa de treinamento isocinético de curta duração, composto por 3 sessões (4 séries; 10 repetições isocinéticas concêntricas a 120º.s-1; 2 minutos de intervalo entre séries. A reprodutibilidade dos dados de 2 sessões foi avaliada pelo coeficiente de correlação intraclasses (CCI e teste de Bland e Altman. As avaliações do treinamento foram aplicadas pré e pós a 2ª e 3ª sessões (1 série; 3 repetições concêntricas de extensão do joelho a 60º.s-1, 120º.s-1 e 180º.s-1. Utilizou-se a ANOVA para medidas repetidas e post-hoc de Tukey para verificar diferenças nos testes. O CCI variou de 0,97 a 0,98 em todas as velocidades. Ocorreu um aumento no pico de torque a 60º.s-1 (P=0,03 e 120º.s-1 (P=0,01 após 2 sessões de treinamento. Sugere-se que duas sessões de exercício isocinético foram suficientes para induzir ganhos de força na velocidade treinada (120º.s-1 e em velocidade de contração mais lenta (60º.s-1, em indivíduos jovens.The aim was to investigate the effects of short-term isokinetic training on muscle performance in young individuals. Eleven healthy males subjects underwent to short-term training, consisting of 3 sessions (4 sets, 10 repetitions of concentric isokinetic exercise at 120º.s-1; 2-minute interval between sets. Data reproducibility from two sessions was evaluated by intraclass correlation coefficient (ICC and Bland and Altman test. Training assessments were made pre and post the 2nd and 3rd sessions (1 set, 3 repetitions of concentric knee extension at 60º.s-1, 120º.s-1 and 180º.s-1. An ANOVA for repeated measures and Tukey post-hoc test was applied to determine differences between tests. The ICC ranged from 0.97 to 0.98 for all velocities. There was an increase in peak torque at 60º.s-1 (P=0,03 and 120º.s-1 (P=0,01 after 2

  15. Treinamento físico na distrofia muscular de becker associada à insuficiência cardíaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean Marcelo Roque

    2011-12-01

    Full Text Available A distrofia muscular de Becker (DMB integra as distrofinopatias que ocorrem devido a mutações genéticas que expressam a proteína distrofina no cromossomo X. O início dos sintomas neuromusculares normalmente precede o comprometimento da função cardíaca, podendo acontecer inversamente pela insuficiência cardíaca (IC. O treinamento físico é bem estabelecido na IC, porém, quando associada à DMB, é controverso e sem fundamento científico. Apresentamos o caso de um paciente com DMB associada à IC em fila de transplante cardíaco submetido a um programa de treinamento físico.

  16. Relação da síndrome do excesso de treinamento com estresse, fadiga e serotonina

    OpenAIRE

    Rohlfs, Izabel Cristina Provenza de Miranda; Mara, Lourenço Sampaio de; Lima, Walter Celso de; Carvalho, Tales de

    2005-01-01

    A grande exigência do esporte competitivo tem provocado sérias conseqüências em atletas envolvidos em treinamento de alto nível. Por sua vez, a mudança dos padrões estéticos tem levado indivíduos a buscarem, por meio do exercício físico, a redução da massa corporal, o aumento da massa muscular e do condicionamento aeróbio. É comum atletas e não atletas excederem os limites de suas capacidades físicas e psicológicas ocasionando o desenvolvimento da síndrome do excesso de treinamento (overtrain...

  17. A dinâmica de alteração das medidas de força e o efeito posterior duradouro de treinamento em basquetebolistas submetidos ao sistema de treinamento em bloco La dinamica de la alteracion de las medidas de fuerza y el efecto posterior duradero del entrenamiento en basquetbolistas sometidos al sistema de entrenamiento en bloque Dynamics of the power measures alterations and the posterior long-lasting training effect on basketball players submitted to the block training system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Moreira

    2004-08-01

    Full Text Available O presente estudo objetivou examinar a dinâmica das alterações da força explosiva de salto vertical (SV, força explosiva de salto horizontal (SHP e da força rápida horizontal para a perna direita (STCD e para a perna esquerda (STCE nas distintas etapas da preparação em basquetebolistas adultos submetidos ao sistema de treinamento em bloco. O grupo estudado foi composto por 12 atletas participantes do campeonato paulista da divisão principal (A1. Oito realizaram o programa de forma integral e foram incluídos na análise. Os atletas submeteram-se a uma estrutura bicíclica de preparação (primeiro macrociclo com 23 semanas e o segundo macrociclo com 19 semanas. Na estruturação do modelo, o macrociclo de treinamento foi dividido em etapa básica (cargas concentradas de força, etapa especial e etapa de competição. A etapa básica teve a duração de oito semanas, no primeiro macrociclo de treinamento, e três semanas no segundo macrociclo. Os atletas foram avaliados em oito momentos distintos do ciclo anual, caracterizando uma investigação longitudinal. Os resultados demonstraram: 1 a eficácia do sistema de treinamento em bloco no basquetebol, evidenciada pela expressão pontual do efeito posterior duradouro de treinamento (EPDT, 2 que as cargas de competição exerceram diferentes efeitos para as SV e SHP e, ainda, 3 ocorrências diversas verificadas entre STCD e STCE, demonstrando a necessidade de avaliar e analisar minuciosamente os resultados dos diferentes testes de saltos quando utilizados como parâmetros de controle dos efeitos de treinamento.El presente estudio objetivó examinar la dinámica de las alteraciones de la fuerza explosiva del salto vertical (SV, fuerza explosiva del salto horizontal (SHP y de la fuerza rápida horizontal para la pierna derecha (STCD y para la pierna izquierda (STCE en las distintas etapas de la preparación en basquetbolistas adultos sometidos al sistema de entrenamiento en bloque. El grupo

  18. Gender Differences in the Reporting of Vocal Fatigue in Teachers as Quantified by the Vocal Fatigue Index.

    Science.gov (United States)

    Hunter, Eric J; Banks, Russell E

    2017-12-01

    Occupational voice users report higher instances of vocal health problems. Women, who are more likely than men to report voice problems, are the largest members of some occupational voice users, such as teachers. While a common complaint among this population is vocal fatigue, it has been difficult to quantify. Therefore, the goal of this study is to quantify vocal fatigue generally in school teachers and investigate any related gender differences. Six hundred forty (518 female, 122 male) teachers were surveyed using an online questionnaire consisting in part of the Vocal Fatigue Index (VFI), an index specifically designed to quantify vocal fatigue. Compared to vocally healthy adults, the teachers surveyed were 3 times as likely to report vocal tiredness or vocal avoidance and over 3 times as likely to report physical voice discomfort. Additionally, female teachers were more likely to have scores approaching those with dysphonia. The VFI quantified elevated levels of vocal fatigue in teachers, with a significant prevalence of symptoms reported among females compared to males. Further, because the VFI indicated elevated complaints (between normal and dysphonic) in a population likely to be elevated, the VFI might be used to identify early indications of voice problems and/or track recovery.

  19. Activation of frontal neocortical areas by vocal production in marmosets

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano S Simões

    2010-09-01

    Full Text Available Primates often rely on vocal communication to mediate social interactions. Although much is known about the acoustic structure of primate vocalizations and the social context in which they are usually uttered, our knowledge about the neocortical control of audio-vocal interactions in primates is still incipient, being mostly derived from lesion studies in squirrel monkeys and macaques. To map the neocortical areas related to vocal control in a New World primate species, the common marmoset, we employed a method previously used with success in other vertebrate species: Analysis of the expression of the immediate-early gene Egr-1 in freely behaving animals. The neocortical distribution of Egr-1 immunoreactive cells in three marmosets that were exposed to the playback of conspecific vocalizations and vocalized spontaneously (H/V group was compared to data from three other marmosets that also heard the playback but did not vocalize (H/n group. The anterior cingulate cortex, the dorsomedial prefrontal cortex and the ventrolateral prefrontal cortex presented a higher number of Egr-1 immunoreactive cells in the H/V group than in H/n animals. Our results provide direct evidence that the ventrolateral prefrontal cortex, the region that comprises Broca's area in humans and has been associated with auditory processing of species-specific vocalizations and orofacial control in macaques, is engaged during vocal output in marmosets. Altogether, our results support the notion that the network of neocortical areas related to vocal communication in marmosets is quite similar to that of Old world primates. The vocal production role played by these areas and their importance for the evolution of speech in primates are discussed.

  20. Vocal cord paralysis and its etiologies: a prospective study.

    Science.gov (United States)

    Seyed Toutounchi, Seyed Javad; Eydi, Mahmood; Golzari, Samad Ej; Ghaffari, Mohammad Reza; Parvizian, Nashmil

    2014-01-01

    Vocal cord paralysis is a common symptom of numerous diseases and it may be due to neurogenic or mechanical fixation of the cords. Paralysis of the vocal cords is just a symptom of underlying disease in some cases; so, clinical diagnosis of the underlying cause leading to paralysis of the vocal cords is important. This study evaluates the causes of vocal cord paralysis. In a prospective study, 45 patients with paralyzed vocal cord diagnosis were examined by tests such as examination of the pharynx, larynx, esophagus, thyroid, cervical, lung, and mediastinum, brain and heart by diagnostic imaging to investigate the cause vocal cord paralysis. The study was ended by diagnosing the reason of vocal cord paralysis at each stage of the examination and the clinical studies. The mean duration of symptoms was 18.95±6.50 months. The reason for referral was phonation changes (97.8%) and aspiration (37.8%) in the subjects. There was bilateral paralysis in 6.82%, left paralysis in 56.82% and right in 63.36% of subjects. The type of vocal cord placement was midline in 52.8%, paramedian in 44.4% and lateral in 2.8% of the subjects. The causes of vocal cords paralysis were idiopathic paralysis (31.11%), tumors (31.11%), surgery (28.89%), trauma, brain problems, systemic disease and other causes (2.2%). An integrated diagnostic and treatment program is necessary for patients with vocal cord paralysis. Possibility of malignancy should be excluded before marking idiopathic reason to vocal cord paralysis.

  1. Vocal Cord Paralysis and its Etiologies: A Prospective Study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Seyed Javad Seyed Toutounchi

    2014-03-01

    Full Text Available Introduction: Vocal cord paralysis is a common symptom of numerous diseases and it may be due to neurogenic or mechanical fixation of the cords. Paralysis of the vocal cords is just a symptom of underlying disease in some cases; so, clinical diagnosis of the underlying cause leading to paralysis of the vocal cords is important. This study evaluates the causes of vocal cord paralysis.Methods: In a prospective study, 45 patients with paralyzed vocal cord diagnosis were examined by tests such as examination of the pharynx, larynx, esophagus, thyroid, cervical, lung, and mediastinum, brain and heart by diagnostic imaging to investigate the cause vocal cord paralysis. The study was ended by diagnosing the reason of vocal cord paralysis at each stage of the examination and the clinical studies.Results: The mean duration of symptoms was 18.95±6.50 months. The reason for referral was phonation changes (97.8% and aspiration (37.8% in the subjects. There was bilateral paralysis in 6.82%, left paralysis in 56.82% and right in 63.36% of subjects. The type of vocal cord placement was midline in 52.8%, paramedian in 44.4% and lateral in 2.8% of the subjects. The causes of vocal cords paralysis were idiopathic paralysis (31.11%, tumors (31.11%, surgery (28.89%, trauma, brain problems, systemic disease and other causes (2.2%.Conclusion: An integrated diagnostic and treatment program is necessary for patients with vocal cord paralysis. Possibility of malignancy should be excluded before marking idiopathic reason to vocal cord paralysis.

  2. Low frequency mechanical resonance of the vocal tract in vocal exercises that apply tubes

    Czech Academy of Sciences Publication Activity Database

    Horáček, Jaromír; Radolf, Vojtěch; Laukkanen, A. M.

    2017-01-01

    Roč. 37, August (2017), s. 39-49 ISSN 1746-8094 R&D Projects: GA ČR(CZ) GA16-01246S Institutional support: RVO:61388998 Keywords : biomechanics of voice * vocal tract acoustics * phonation into tubes * water resistance voice therapy * bubbling frequency * formant frequencies Subject RIV: BI - Acoustics OBOR OECD: Acoustics Impact factor: 2.214, year: 2016

  3. Recruitment rate, feasibility and safety of power training in individuals with Parkinson's disease: a proof-of-concept study Taxa de recrutamento, viabilidade e segurança de um treinamento de potência muscular em indivíduos com doença de Parkinson: um estudo prova de conceito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lidiane O. Lima

    2013-02-01

    ários do Sistema Único de Saúde (SUS, receberam treinamento de potência muscular para os membros inferiores três vezes/semana durante dez semanas. Dados sobre o número de indivíduos recrutados bem como a presença e adesão ao tratamento foram registrados. A segurança foi avaliada pela presença de eventos adversos, dor durante a atividade, número de quedas e risco de lesão associado ao tratamento. RESULTADOS: Em oito meses, 62 indivíduos com DP foram triados, e apenas 13 participaram do programa até o final. As taxas de presença e adesão foram de 88% e 97%, respectivamente. Não houve evento adverso durante o treinamento. Dois participantes reportaram dores articulares, e um reportou quedas durante o período de treinamento. CONCLUSÕES: A taxa de recrutamento foi baixa devido à dificuldade de transporte e à falta de interesse dos indivíduos com DP em participar do estudo. As altas taxas de presença e adesão e a ausência de eventos adversos sugerem que o treinamento de potência muscular é viável e seguro na DP.

  4. Metformina interage com o treinamento físico diminuindo a glicemia e aumentando o armazenamento de glicogênio em ratos diabéticos Metformin interacts with physical training decreasing glycemia and increasing glycogen supply in diabetic rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eunice da Silva-Costa

    2008-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Assim como em humanos, ratos diabéticos apresentam baixas quantidades de glicogênio. Entretanto, treinamento ou medicamentos podem causar diminuição da glicemia e melhorar o controle metabólico. Metformina aumenta o glicogênio enquanto diminui a glicemia em ratos normais estressados por exercício. OBJETIVO: Investigar se exercício regular e metformina melhoram o metabolismo de ratos diabéticos. MÉTODOS: Ratos Wistar diabéticos por aloxana tratados com metformina (DTM ou não (DT foram treinados. O treinamento consistiu de 20 sessões de 30 min de duração, cinco dias por semana. Ratos diabéticos sedentários foram usados como controle (SD e SDM. Metformina (5,6µg/ml foi dada na água de beber. Após 48h de repouso, a glicose (mg/dl e a insulina (ng/mL foram medidas no plasma e o glicogênio (mg/100mg de tecido molhado no fígado, sóleo e gastrocnêmio. RESULTADOS: A glicemia diminuiu de 435 ± 15 para 230 ± 20 no grupo DSM, para 143 ± 8,1 no grupo DT e para 138 ± 19mg/dl no grupo DTM. O grupo DSM teve proporcional aumento de glicogênio hepático de 1,69 ± 0.22 para 3,53 ± 0.24 e o treinamento aumentou para 3,36 ± 0,16mg/100mg. A metformina induziu aumento proporcional nos músculos sóleo de 0,21 ± 0,008 para 0,42 ± 0,03 e no gastrocnêmio, de 0,33 ± 0,02 para 0,46 ± 0,03, enquanto que o treinamento aumentou apenas no gastrocnêmio para 0,53 ± 0,03. Uma grande interação foi observada no fígado (o glicogênio aumentou para 6,48 ± 0,34. CONCLUSÃO: Pequenas doses orais de metformina e/ou treinamento restituíram parcialmente a glicemia e promoveram aumento de glicogênio em tecidos de ratos diabéticos. A associação com o programa de exercício foi benéfica, ajudando a diminuir a glicemia e a aumentar o armazenamento de glicogênio no fígado de ratos diabéticos.INTRODUCTION: Like in humans, lower amounts of glycogen are present in tissues of diabetic rats. However, training or drugs that lower

  5. Criptorquidectomia em coelhos: modelo experimental para tratamento laparoscópico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beck Carlos Afonso de Castro

    2003-01-01

    Full Text Available O criptorquidismo é considerado a afecção testicular congênita mais freqüente nos animais domésticos, tendo como indicação terapêutica a exérese testicular. No presente estudo, os autores desenvolveram um modelo de criptorquidismo unilateral em coelhos com o objetivo de testar sua viabilidade para o treinamento laparoscópico diagnóstico e cirúrgico, que permitisse extrapolar seus resultados para as pequenas espécies domésticas. A preparação do modelo foi de fácil execução e viabilizou de maneira satisfatória o treinamento laparoscópico, simulando a situação clínica encontrada nos pequenos animais.

  6. Vocalization behavior and response of black rails

    Science.gov (United States)

    Legare, M.L.; Eddleman, W.R.; Buckley, P.A.; Kelly, C.

    1999-01-01

    We measured the vocal responses and movements of radio-tagged black rails (Laterallus jamaicensis) (n = 43, 26 males, 17 females) to playback of vocalizations at 2 sites in Florida during the breeding seasons of 1992-95. We used regression coefficients from logistic regression equations to model the probability of a response conditional to the birds' sex, nesting status, distance to playback source, and the time of survey. With a probability of 0.811, non-nesting male black rails were most likely to respond to playback, while nesting females were the least likely to respond (probability = 0.189). Linear regression was used to determine daily, monthly, and annual variation in response from weekly playback surveys along a fixed route during the breeding seasons of 1993-95. Significant sources of variation in the linear regression model were month (F = 3.89, df = 3, p = 0.0140), year (F = 9.37, df = 2, p = 0.0003), temperature (F = 5.44, df=1, p = 0.0236), and month*year (F = 2.69, df = 5, p = 0.0311). The model was highly significant (p account for variation in response behavior, we believe that additional variation in vocal response between sites, with breeding status, and bird density remains in question. Playback surveys along fixed routes providing a simple index of abundance would be useful to monitor populations over large geographic areas, and over time. Considering the limitations of most agency resources for webless waterbirds, index surveys may be more appropriate. Future telemetry studies of this type on other species and at other sites would be useful to calibrate information obtained from playback surveys whether reporting an index of abundance or density estimate.

  7. Changes in aerodynamics during vocal cord dysfunction.

    Science.gov (United States)

    Frank-Ito, Dennis O; Schulz, Kristine; Vess, Gina; Witsell, David L

    2015-02-01

    Changes in laryngeal airflow dynamics during episodes of vocal cord dysfunction (VCD) have not been well described. Very little is known about how inspiratory airflow is impacted when the vocal cords transition from normal inhalation state to a paradoxical adducted state; and how much change in laryngeal airflow and resistance occur before symptoms of stridor and air hunger emerge. This study provides new insight on the effects of VCD on respiratory airflow using computational fluid dynamics (CFD) techniques. Computed tomography images of a subject with normal vocal cords opening at the time of scanning were digitally modified to mimic an episode of VCD. To quantify and compare changes in inspiratory flow during VCD attack and normal inhalation, steady-state, laminar simulations were performed for three different breathing rates. Pressure-flow analysis during VCD revealed that increasing inspiratory effort is not as efficient as in normal inhalation. Airflow resistance at the epiglottis was higher in the normal state (0.04Pa.s/mL versus 0.02Pa.s/mL) than in VCD; while resistance at the glottis and trachea remained roughly the same (0.04Pa.s/mL) during normal inhalation, it escalated during VCD (0.11Pa.s/mL and 0.13Pa.s/mL at the glottis and trachea, respectively). Peak airflow velocity and vorticity occurred around the glottis during VCD, and at the epiglottis during normal inhalation. This pilot study demonstrates that attempting to force more inspired air will yield greater glottal resistance during VCD. Furthermore, there were evidence of abrupt laryngeal pressure gradient, chaotic airflow and high concentration of shear stresses in the glottal region. Copyright © 2014 Elsevier Ltd. All rights reserved.

  8. Shyness and boldness in greater rheas Rhea americana Linnaeus (Rheiformes, Rheidae: the effects of antipredator training on the personality of the birds Timidez e coragem em emas Rhea americana Linnaeus (Rheiformes, Rheidae: os efeitos do treinamento anti-predação na personalidade das aves

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano S. de Azevedo

    2006-03-01

    Full Text Available The shy-bold continuum is an axis of behavioural variation for some species, but the consequences of shyness and boldness in antipredatory behaviour is unknown. Bold animals have the tendency to be predated first after release in comparison to shy animals, who naturally avoid the predators. Antipredatory training has been used to enhance the defence behaviours of naive animals by various researchers around the world. For greater rheas, Rhea americana (Linnaeus, 1758, this kind of study is pioneer. In this study we have investigated if there are relationships between personality and performance of greater rheas in antipredatory training. We also investigated if the training procedures influenced the behaviour of the birds when presented to novel objects. Fifteen zoo-borne greater rheas were studied and 16 personality tests were run, being eight before the application of antipredator training, and eight after the training. We presented to the birds four novel objects (ball, box, bag and person and recorded their behaviour and the distance of the birds in relation to the objects. Results showed that the birds behave boldly before training and shyly after it. The antipredator training modified significantly the behaviour of the rheas, making them more careful about novel situations. Personalities affected the behaviour of the birds during antipredator training. The study of the animal personalities can be an useful tool in reintroduction programs since it helps to choose the animals with the highest chance of survival to reintroduce.O contínuo timidez-coragem é um eixo de variação comportamental para algumas espécies, mas as conseqüências da timidez e coragem no comportamento anti-predação não são conhecidas. Animais corajosos tendem a ser predados primeiramente após a reintrodução em comparação com os animais tímidos, que naturalmente evitam os predadores. O treinamento anti-predação tem sido usado para aumentar os comportamentos

  9. La salud vocal en el docente :

    OpenAIRE

    Castro Romero, Laura

    2016-01-01

    Este trabajo ofrece, por una parte, una revisión de los fundamentos de la fonación desde el aparato respiratorio hasta las cualidades acústicas de la voz pasando por el estudio de la laringe y el pliegue vocal y las cavidades de resonancia. Además, incluye aspectos del uso de la voz en la práctica docente como lo son la voz conversacional, la voz proyectada y la voz de apremio, la coordinación fono-respiratoria, la clasificación de las disfonías y, en concreto, la disfonía funcional, las le...

  10. Phonetic characteristics of vocalizations during pain

    DEFF Research Database (Denmark)

    Niebuhr, Oliver; Lautenbacher, Stefan; Salinas-Ranneberg, Melissa

    2017-01-01

    (no-stimulation). The phonetic parameters extracted were pitch (mean F0), phonatory fluctuations (range F0) and loudness (acoustic energy level). Results: Only for the vowels “u” and “schwa,” which might be considered best approximations to moaning and groaning, did pitch and loudness increase during......” (central vowel, sounding like a darker “e” as in hesitations like “ehm”)—as experimental approximations to natural vocalizations. Methods: In 50 students vowel production and self-report ratings were assessed during painful and nonpainful heat stimulation (hot water immersion) as well as during baseline...

  11. When internal communication becomes multi-vocal

    DEFF Research Database (Denmark)

    Madsen, Vibeke Thøis

    ’s employees. The study not only answers questions about who participates in internal social media and the content of their communication, it also shows that when organizational culture and management support coworker communication, internal social media becomes a multi-vocal rhetorical arena where coworkers...... are likely to converse about how to solve product and customer-related challenges, and to discuss working conditions. In addition, this study shows that coworkers co-construct organizational identity when they discuss questions such as: Who are we as an organization? Which products should we provide...

  12. Vocal tract and glottal function during and after vocal exercising with resonance tube and straw.

    Science.gov (United States)

    Guzman, Marco; Laukkanen, Anne-Maria; Krupa, Petr; Horáček, Jaromir; Švec, Jan G; Geneid, Ahmed

    2013-07-01

    The present study aimed to investigate the vocal tract and glottal function during and after phonation into a tube and a stirring straw. A male classically trained singer was assessed. Computerized tomography (CT) was performed when the subject produced [a:] at comfortable speaking pitch, phonated into the resonance tube and when repeating [a:] after the exercise. Similar procedure was performed with a narrow straw after 15 minutes silence. Anatomic distances and area measures were obtained from CT midsagittal and transversal images. Acoustic, perceptual, electroglottographic (EGG), and subglottic pressure measures were also obtained. During and after phonation into the tube or straw, the velum closed the nasal passage better, the larynx position lowered, and hypopharynx area widened. Moreover, the ratio between the inlet of the lower pharynx and the outlet of the epilaryngeal tube became larger during and after tube/straw phonation. Acoustic results revealed a stronger spectral prominence in the singer/speaker's formant cluster region after exercising. Listening test demonstrated better voice quality after straw/tube than before. Contact quotient derived from EGG decreased during both tube and straw and remained lower after exercising. Subglottic pressure increased during straw and remained somewhat higher after it. CT and acoustic results indicated that vocal exercises with increased vocal tract impedance lead to increased vocal efficiency and economy. One of the major changes was the more prominent singer's/speaker's formant cluster. Vocal tract and glottal modifications were more prominent during and after straw exercising compared with tube phonation. Copyright © 2013 The Voice Foundation. Published by Mosby, Inc. All rights reserved.

  13. The Effect of Vocalization on Melodic Memory Conservation.

    Science.gov (United States)

    Pembrook, Randall G.

    1987-01-01

    Reports on a study which reinforces prior findings on melodic memory that show a majority of students do not sing accurately enough after only one hearing of a melody to benefit from vocalization memory techniques. Questions whether vocalization can be a memory reinforcer in melodies that are shorter and simpler than those used in this research.…

  14. Mechanisms underlying the social enhancement of vocal learning in songbirds.

    Science.gov (United States)

    Chen, Yining; Matheson, Laura E; Sakata, Jon T

    2016-06-14

    Social processes profoundly influence speech and language acquisition. Despite the importance of social influences, little is known about how social interactions modulate vocal learning. Like humans, songbirds learn their vocalizations during development, and they provide an excellent opportunity to reveal mechanisms of social influences on vocal learning. Using yoked experimental designs, we demonstrate that social interactions with adult tutors for as little as 1 d significantly enhanced vocal learning. Social influences on attention to song seemed central to the social enhancement of learning because socially tutored birds were more attentive to the tutor's songs than passively tutored birds, and because variation in attentiveness and in the social modulation of attention significantly predicted variation in vocal learning. Attention to song was influenced by both the nature and amount of tutor song: Pupils paid more attention to songs that tutors directed at them and to tutors that produced fewer songs. Tutors altered their song structure when directing songs at pupils in a manner that resembled how humans alter their vocalizations when speaking to infants, that was distinct from how tutors changed their songs when singing to females, and that could influence attention and learning. Furthermore, social interactions that rapidly enhanced learning increased the activity of noradrenergic and dopaminergic midbrain neurons. These data highlight striking parallels between humans and songbirds in the social modulation of vocal learning and suggest that social influences on attention and midbrain circuitry could represent shared mechanisms underlying the social modulation of vocal learning.

  15. Prevalence and correlates of auditory vocal hallucinations in middle childhood

    NARCIS (Netherlands)

    Bartels-Velthuis, A.A.; Jenner, J.A.; van de Willige, G.; van Os, J.; Wiersma, D.

    Background Hearing voices occurs in middle childhood, but little is known about prevalence, aetiology and immediate consequences. Aims To investigate prevalence, developmental risk factors and behavioural correlates of auditory vocal hallucinations in 7- and 8-year-olds. Method Auditory vocal

  16. The vocal load of Reform Jewish cantors in the USA.

    Science.gov (United States)

    Hapner, Edie; Gilman, Marina

    2012-03-01

    Jewish cantors comprise a subset of vocal professionals that is not well understood by vocal health professionals. This study aimed to document the vocal demands, vocal training, reported incidence of voice problems, and treatment-seeking behavior of Reform Jewish cantors. The study used a prospective observational design to anonymously query Reform Jewish cantors using a 35-item multiple-choice survey distributed online. Demographic information, medical history, vocal music training, cantorial duties, history of voice problems, and treatment-seeking behavior were addressed. Results indicated that many of the commonly associated risk factors for developing voice disorders were present in this population, including high vocal demands, reduced vocal downtime, allergies, and acid reflux. Greater than 65% of the respondents reported having had a voice problem that interfered with their ability to perform their duties at some time during their careers. Reform Jewish cantors are a population of occupational voice users who may be currently unidentified and underserved by vocal health professionals. The results of the survey suggest that Reform Jewish cantors are occupational voice users and are at high risk for developing voice disorders. Copyright © 2012 The Voice Foundation. Published by Mosby, Inc. All rights reserved.

  17. North Indian Classical Vocal Music for the Classroom

    Science.gov (United States)

    Arya, Divya D.

    2015-01-01

    This article offers information that will allow music educators to incorporate North Indian classical vocal music into a multicultural music education curriculum. Obstacles to teaching North Indian classical vocal music are acknowledged, including lack of familiarity with the cultural/structural elements and challenges in teaching ear training and…

  18. Bupropion XL-induced motor and vocal tics.

    Science.gov (United States)

    Kayhan, Fatih; Uguz, Faruk; Kayhan, Ayşegül; Toktaş, Fikriye Ilay

    2014-01-01

    Tics are stereotypical repetitive involuntary movements (motor tics) or sounds (vocal tics). Although the emergence of tics were reported in a few cases with the use of selective serotonin reuptake inhibitors, there was no case with bupropion extended-release (Bupropion XL). The current case report presents a male patient developing motor and vocal tics with the use of bupropion XL.

  19. Genetic and Environmental Effects on Vocal Symptoms and Their Intercorrelations

    Science.gov (United States)

    Nybacka, Ida; Simberg, Susanna; Santtila, Pekka; Sala, Eeva; Sandnabba, N. Kenneth

    2012-01-01

    Purpose: Recently, Simberg et al. (2009) found genetic effects on a composite variable consisting of 6 vocal symptom items measuring dysphonia. The purpose of the present study was to determine genetic and environmental effects on the individual vocal symptoms in a population-based sample of Finnish twins. Method: The sample comprised 1,728 twins…

  20. Vocal Fold Mucus Aggregation in Persons with Voice Disorders

    Science.gov (United States)

    Bonilha, Heather Shaw; White, Lisa; Kuckhahn, Kelsey; Gerlach, Terri Treman; Deliyski, Dimitar D.

    2012-01-01

    Mucus aggregation on the vocal folds is a common finding from laryngeal endoscopy. Patients with voice disorders report the presence of mucus aggregation. Patients also report that mucus aggregation causes them to clear their throat, a behavior believed to be harmful to vocal fold mucosa. Even though clinicians and patients report and discuss…

  1. The role of hydration in vocal fold physiology.

    Science.gov (United States)

    Sivasankar, Mahalakshmi; Leydon, Ciara

    2010-06-01

    Increased vocal fold hydration is a popular target in the prevention and management of voice disorders. Current intervention strategies focus on enhancing both systemic (internal) and superficial (surface) hydration. We review relevant bench and human research on the role of hydration in vocal fold physiology. Bench and human studies provide converging evidence that systemic and superficial dehydration are detrimental to vocal fold physiology. Dehydration challenges increase the viscous properties of excised vocal fold tissue. Systemic, superficial, and combined drying challenges increase aerodynamic and acoustic measures of voice production in speakers. Emerging theoretical and clinical data suggest that increasing both systemic and superficial hydration levels may benefit voice production; however, robust evidence for positive outcomes of hydration treatments is lacking. Increased systemic and superficial vocal fold hydration as a component of vocal hygiene may improve overall health and efficiency of the vocal apparatus. However, continued exploration of biological mechanisms regulating vocal fold hydration is needed to optimize clinical hydration interventions. Specifically, the development of hydration treatments that maximize positive phonatory outcomes will necessitate understanding of the signaling pathways linking systemic and superficial hydration.

  2. BENIGN LESIONS OF THE VOCAL FOLDS - HISTOPATHOLOGY AND PHONOTRAUMA

    NARCIS (Netherlands)

    DIKKERS, FG; NIKKELS, PGJ

    Benign lesions of the vocal folds have various appearances. Histopathologic examination might provide the true diagnosis. Therefore, histologic slides of 74 patients (92 vocal folds) with clinically well-defined diagnoses were single-blind examined by a pathologist. Single histologic features did

  3. Alternative measures to observe and record vocal fold vibrations

    NARCIS (Netherlands)

    Schutte, HK; McCafferty, G; Coman, W; Carroll, R

    1996-01-01

    Vocal fold vibration patterns form the basis for the production of vocal sound. Over the years much effort has been spend to optimize the ways to visualize and give a description of these patterns. Before video possibilities became available the description of the patterns was Very time-consuming.

  4. Vocal cord paralysis associated with Ramsay Hunt syndrome

    DEFF Research Database (Denmark)

    Rasmussen, Eva Rye; Mey, Kristianna

    2014-01-01

    Ramsay Hunt syndrome is defined by herpes zoster oticus and peripheral facial nerve palsy which is often associated with otalgia. The syndrome is, in rare cases, associated with other cranial nerve paralyses including the vagal nerve causing unilateral vocal cord paralysis. Vocal cord paralysis...

  5. IMPAIRED MOBILITY OF VOCAL FOLDS - etiology and symptoms

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karlo Pintarić

    2015-06-01

    Full Text Available Paresis or paralysis of one or both vocal cords affects some significant aspects of a human life: breathing, swallowing and speech. The major causes for reduced mobility or even immobility are innervation damage, less often fixation of vocal cord or impaired mobility of crycoarytenoid joint. An injury of the superior or/and inferior laryngeal nerve can be a consequence of different medical procedures, tumor growth, trauma, infection, neurological disorders, radiation exposure, toxic damage, impaired circulation of the area or it is idiopathic. The symptoms are different in the case of unilateral and bilateral paresis of the vocal folds. They also depend on the cause for the impaired mobility. In the patients with unilateral vocal fold paresis, hoarseness and aspiration during swallowing are the leading symptoms. In the bilateral vocal fold paralysis, dyspnea prevails. 

  6. Crowd vocal learning induces vocal dialects in bats: Playback of conspecifics shapes fundamental frequency usage by pups.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yosef Prat

    2017-10-01

    Full Text Available Vocal learning, the substrate of human language acquisition, has rarely been described in other mammals. Often, group-specific vocal dialects in wild populations provide the main evidence for vocal learning. While social learning is often the most plausible explanation for these intergroup differences, it is usually impossible to exclude other driving factors, such as genetic or ecological backgrounds. Here, we show the formation of dialects through social vocal learning in fruit bats under controlled conditions. We raised 3 groups of pups in conditions mimicking their natural roosts. Namely, pups could hear their mothers' vocalizations but were also exposed to a manipulation playback. The vocalizations in the 3 playbacks mainly differed in their fundamental frequency. From the age of approximately 6 months and onwards, the pups demonstrated distinct dialects, where each group was biased towards its playback. We demonstrate the emergence of dialects through social learning in a mammalian model in a tightly controlled environment. Unlike in the extensively studied case of songbirds where specific tutors are imitated, we demonstrate that bats do not only learn their vocalizations directly from their mothers, but that they are actually influenced by the sounds of the entire crowd. This process, which we term "crowd vocal learning," might be relevant to many other social animals such as cetaceans and pinnipeds.

  7. Image analysis of vocal fold histology

    Science.gov (United States)

    Reinisch, Lou; Garrett, C. Gaelyn

    2001-05-01

    To visualize the concentration gradients of collagen, elastin and ground substance in histologic sections of vocal folds, an image enhancement scheme was devised. Slides stained with Movat's solution were viewed on a light microscope. The image was digitally photographed. Using commercially available software, all pixels within a color range are selected from the mucosa presented on the image. Using the Movat's pentachrome stain, yellow to yellow-brown pixels represented mature collagen, blue to blue-green pixels represented young collagen (collagen that is not fully cross-linked) and black to dark violet pixels represented elastin. From each of the color range selections, a black and white image was created. The pixels not within the color range were black. The selected pixels within the color range were white. The image was averaged and smoothed to produce 256 levels of gray with less spatial resolution. This new grey-scale image showed the concentration gradient. These images were further enhanced with contour lines surrounding equivalent levels of gray. This technique is helpful to compare the micro-anatomy of the vocal folds. For instance, we find large concentration of the collagen deep in the mucosa and adjacent to the vocalis muscle.

  8. Adequabilidade dos principais modelos de periodização do treinamento esportivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estélio Henrique Martin Dantas

    2011-06-01

    Full Text Available O estudo identificou, sob o prisma da adequabilidade, qual o melhor modelo de periodização do treinamento esportivo (PTE. Foram considerados dois indicadores: a estrutura da periodização e a forma de modulação da carga. Foi utilizada a metanálise como ferramenta metodológica. 103 citações foram levantadas numa pesquisa sistemática, em bases de dados. A avaliação pelos critérios estabelecidos indicou cinco modelos de PTE passíveis de estudo. A análise estatística, empregando o tamanho efeito (TE, gerou um Índice de Adequabilidade (IADEQ e a classificação dos modelos em: Muito Bom - Matveev (IADEQ = 3,44; TE = 1,13; Bom - Verkhoshansky (IADEQ = 2,88; TE = 0,57, Bompa (IADEQ = 2,66; TE = 0,34 e Regular - ATR (IADEQ = 1,96; TE = -0,37, Forteza (IADEQ = 2,25; TE = -0,07.

  9. Prevalência de fatores de risco para doenças crônicas não-transmissíveis: impacto de 16 semanas de treinamento futebolístico em índices do estado nutricional e da aptidão física de praticantes de futebol society Prevalencia de los factores de riesgo en las enfermedades crónicas no transmisibles: impacto de 16 semanas de entrenamiento futbolístico en índices del estado nutricional y la aptitud física de practicantes de fútbol society Prevalence of risk factors of non-transmissible chronic diseases: the impact of 16 weeks of soccer training at nutritional status and physical aptitude indexes in society soccer practitioners

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Meireles de Pontes

    2006-08-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi identificar a prevalência de fatores de risco (FR para doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT em praticantes de futebol society e o impacto de 16 semanas de treinamento futebolístico em índices do estado nutricional e da aptidão física. MÉTODOS: Amostra: 45 indivíduos (38,6 ± 7,4 anos, divididos em dois grupos: Experimental (G1 = 22 e Controle (G2 = 23. O G1 submeteu-se a um programa de treinamento de três sessões semanais em dias alternados com duração de 90 minutos (min. O G2 participou, uma vez por semana, de jogo de futebol, com duração de 90 min. As variáveis de investigação contemplaram FR para DCNT, indicadores antropométricos, análises bioquímicas e da aptidão física. A análise dos dados contou com estatística descritiva e inferencial mediante o SPSS 13.0. RESULTADOS: As maiores prevalências de FR apontaram para o sobrepeso (65,0%, história familiar de câncer (57,5% e cardiopatias (55,0% e hipertrigliceridemia (32,5%. O G1 apresentou diminuição na massa corporal (p = 0,007, circunferência abdominal (p = 0,010, índice de massa corpórea (p = 0,007 e percentual de gordura (p = 0,004, fato não observado no G2. Em ambos os grupos, as análises do colesterol total, triglicerídeos e glicose em jejum, não mostraram diminuição significativa durante o período investigado (p > 0,05. O G1 obteve melhores índices de consumo máximo de oxigênio (p = 0,011, resistência muscular (p = 0,000 e flexibilidade (p = 0,000, o que não ocorreu no G2. CONCLUSÃO: Os futebolistas apresentaram alta prevalência de FR para DCNT. Em termos gerais, o G1 obteve mudanças satisfatórias no estado nutricional e na aptidão física durante o período de 16 semanas, condição não identificada no G2.El objetivo de este estudio ha sido el de identificar la prevalencia de factores de riesgo (FR en las enfermedades crónicas no transmisibles (DCNT en practicantes de fútbol society y el impacto de 16

  10. The Value of Vocal Extent Measure (VEM) Assessing Phonomicrosurgical Outcomes in Vocal Fold Polyps.

    Science.gov (United States)

    Salmen, Tatjana; Ermakova, Tatiana; Möller, Andreas; Seipelt, Matthias; Weikert, Sebastian; Rummich, Julius; Gross, Manfred; Nawka, Tadeus; Caffier, Philipp P

    2017-01-01

    This study aimed to present vocal extent measure (VEM), demonstrate its changes with phonomicrosurgical treatment in patients with vocal fold polyps (VFPs), and to compare its performance to that of established vocal parameters. This is an individual cohort study. Microlaryngoscopic ablation was executed in 61 patients with manifestation of VFP (28 male, 33 female; 45 ± 13 years [mean ± SD]). Analysis of treatment outcome was based on pre- and postoperative voice function diagnostics and videolaryngostroboscopy. Examination instruments were: auditory-perceptual voice assessment (roughness, breathiness, and overall hoarseness [RBH]-status), voice range profile (VRP), acoustic-aerodynamic analysis, and patients' self-assessment of voice using the voice handicap index. The VEM, a parameter not yet commonly established in phoniatric diagnostics, was calculated from area and shape of the VRP to be compared with the dysphonia severity index (DSI) concerning diagnostic suitability. All polyps were completely excised. Three months postoperatively, mucosal wave propagation had recovered. All subjective and most objective acoustic and aerodynamic parameters showed highly significant improvement. The VHI-9i-score decreased from 15 ± 8 to 6 ± 7 points. The average total vocal range extended by 4 ± 5 semitones, the mean speaking pitch decreased by 1 ± 2 semitones. The DSI increased on average from 2.6 ± 2.1 to 4.0 ± 2.2, VEM from 83 ± 28 to 107 ± 21 (P < 0.01). VEM and DSI correlated significantly with each other (r s  = 0.65; P < 0.01). Phonomicrosurgery of VFP is an objectively and subjectively satisfactory therapy for voice improvement. The VEM represents a comprehensible and easy-to-use unidimensional measure for objective VRP evaluation. This positive measure of vocal function seems to be a compelling diagnostic addition for objective quantification of vocal performance. Copyright © 2017 The Voice Foundation

  11. Padronização de um protocolo experimental de treinamento periodizado em natação utilizando ratos Wistar Standardization of an experimental periodized training protocol in swimming rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Gomes de Araujo

    2010-02-01

    Full Text Available Verificar os efeitos de 12 semanas de treinamento periodizado de natação em ratos sobre os valores de glicogênio muscular (GM e hepático (GH, capacidade aeróbia (LAn e anaeróbia (Tlim e creatina quinase (CK. Foram utilizados 70 ratos da linhagem Wistar com 60 dias, adaptados individualmente ao meio líquido por duas semanas. Os animais foram divididos em grupos: controle (GC, n = 40 e periodizado (GP, n = 30; a intensidade do treinamento foi equivalente ao peso corporal do animal (% do PC. O treinamento (T para o GP foi dividido em períodos preparatório básico (PPB, seis semanas, específico (PPE, 4,5 semanas e polimento (PP, 1,5 semana, tendo como estímulos intensidades leve (4% do PC, moderada (5% do PC, pesada (6% do PC e intensa (13% do PC. Vinte e quatro horas após a adaptação, 10 ratos do GC foram sacrificados e avaliados pelo teste de lactato mínimo para mensuração dos valores de linha de base de GM, GH, CK, LAn e Tlim. Os dez animais restantes do GC e GP foram sacrificados ao final de cada período de T. O treinamento periodizado aumentou a concentração de glicogênio muscular ao final do período de polimento. O glicogênio hepático não se alterou no GC, porém no GP houve redução significativa no início do período específico com elevação no período de polimento. A concentração de CK não se modificou ao final dos PPB, PPE e PP. O LAn reduziu ao longo do período experimental no GC, mas ao final do PP para o GP, o LAn atingiu os mesmos valores do início do treinamento. O Tlim aumentou no PP. Desse modo, pode-se concluir que o treinamento periodizado provocou supercompensação energética ao final da periodização. A capacidade anaeróbia aumentou no PP bem como o LAn, que obteve maiores valores em relação ao GC nesse período.The objective of this study was to verify the swimming training periodization responses on aerobic and anaerobic performance, glycogen concentration in muscle (M and liver (L, and

  12. Treinamento muscular inspiratório em pacientes com insuficiência cardíaca: metanálise de estudos randomizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Della Méa Plentz

    2012-08-01

    Full Text Available Pacientes com Insuficiência Cardíaca Crônica (ICC podem ter menor força e resistência muscular inspiratória, o que pode contribuir para a intolerância ao exercício. O Treinamento Muscular Inspiratório (TMI tem demonstrado efeitos benéficos nesses pacientes. Dessa forma, o objetivo desse estudo foi revisar sistematicamente os efeitos do TMI comparado a grupo controle (TMI placebo ou outra intervenção em pacientes com ICC. A busca incluiu as bases MEDLINE, PEDro e Cochrane CENTRAL, além de referências de estudos publicados, de 1960 a 2011. Ensaios randomizados comparando TMI e grupo controle no tratamento de pacientes com ICC foram incluídos. O GRADE foi utilizado para determinar a qualidade da evidência para cada desfecho. Dos 119 artigos identificados, sete estudos foram incluídos. O TMI aumentou a distância percorrida no teste de caminhada de 6 minutos [69 m (IC95%: 7,21 a 130,79] (evidência muito baixa e a pressão inspiratória máxima [23,36 cmH20 (IC95%: 11,71 a 35,02] comparado aos grupos controles (evidência baixa. Entretanto, o TMI promoveu uma melhora significativa no consumo máximo de oxigênio somente nos estudos que realizaram TMI por 12 semanas, comparado a nenhuma carga inspiratória em pacientes com fraqueza muscular inspiratória [3,02 ml/kg/min-1 (IC95%: 0,43 a 5,61]. Assim, concluiu-se que o TMI melhora capacidade funcional e força muscular inspiratória, merecendo consideração como uma intervenção adicional em pacientes com ICC. Entretanto, estudos maiores e com maior qualidade são necessários para esclarecer o potencial benefício do TMI nessa população.

  13. Efeito de 16 semanas de treinamento com pesos sobre a pressão arterial em mulheres normotensas e não-treinadas Effect of 16-week weight training over blood pressure in normotensive and non-trained women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Mendes Gerage

    2007-12-01

    Full Text Available O propósito deste estudo foi analisar o impacto de 16 semanas de treinamento com pesos (TP sobre a pressão arterial (PA em mulheres normotensas. Para tanto, participaram do estudo 21 mulheres jovens (20,5 ± 2,1 anos, não-treinadas, que foram separadas, aleatoriamente, em grupo treinamento (GT = 13 e grupo controle (GC = 8. O protocolo de TP foi estruturado de forma progressiva, em duas etapas, com duração de oito semanas cada, sendo executado com freqüência semanal de três sessões. Medidas de PA foram realizadas em repouso por meio do método auscultatório nos diferentes momentos do estudo (linha de base, após oito e 16 semanas. O teste de Shapiro-Wilk foi utilizado para análise da normalidade dos dados. ANOVA two-way para medidas repetidas foi utilizada para as comparações entre os grupos ao longo do tempo, seguida pelo teste post-hoc de Scheffé quando P The aim of this study was to analyze the impact of a 16-week weight training (WT over blood pressure (BP in normotensive women. The sample consisted of 21 young women (20.5 ± 2.1 years, non-trained, who were randomly grouped in training group (TG = 13 and control group (CG = 8. The WT protocol was progressively structured, in two phases, with duration of eight weeks each, being performed with weekly frequency of three sessions. BP measurements were conducted at rest through the auscultatory method, in the different moments of the study (baseline, after eight and 16 weeks. The Shapiro-Wilk test was used for analysis of the data normality. Two-way ANOVA for repeated measurements was used for the comparisons between groups during the time, followed by the Scheffé post-hoc test when P < 0.05. A group v. moment interaction was found in the systolic, diastolic and mean BP values, with significant decreases, during the 16 weeks of follow-up, in the order of 5, 8 and 6 mmHg, respectively, in the TG. The outcomes suggest that the 16 week-WT program may cause important reductions in BP

  14. Imunohistoquímica como método de estudo das fibras elásticas em prega vocal humana Immunohistochemistry as a method to study elastic fibers of human vocal fold

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Valter Lisboa Ramos

    2005-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo deste trabalho é o de verificar a aplicabilidade do método imunohistoquímico na quantificação das diferentes formas das fibras elásticas em prega vocal humana. FORMA DE ESTUDO: coorte transversal. MATERIAL E MÉTODO: Foram seguidos os seguintes critérios de inclusão: idade entre 25 e 40 anos, gênero masculino, cor branca, morte causada por ferimento de arma de fogo, menos de doze horas de morte, ausência de intubação traqueal e de trauma na região cervical e que, por análise microscópica, não apresentassem qualquer alteração da mucosa das pregas vocais. Por estes critérios dez pregas vocais foram obtidas e selecionou-se, aleatoriamente, uma prega vocal que pertencia a um indivíduo de 28 anos. A prega vocal foi transversalmente seccionada em nove regiões e três cortes de cada fragmento foram utilizados para a realização das colorações Verhoeff e resorcina-fuchsina de Weighert e para a realização do estudo imunohistoquímico. Realizou-se quantificação colorimétrica das fibras elásticas. RESULTADO: As camadas intermediária e profunda da prega vocal apresentam valores muito superiores aos da camada superficial, nas colorações histológicas. A quantidade de tropoelastina identificada pelos anticorpos não apresentou grandes diferenças entre os valores da camada superficial e os da camada intermediária e profunda. CONCLUSÃO: A imunohistoquímica é uma técnica que identifica, em prega vocal humana, todas as formas de fibras elásticas e que também possibilita a realização de medidas objetivas.AIM: Verify the use of immunohistochemistry as a method to measure all forms of elastic fibers at human vocal folds. STUDY DESIGN: transversal cohort. MATERIAL AND METHOD: We collected vocal folds following these criterion: age between 25 and 40, Caucasian men, dead by gun shot, within 12 hours of death, without instrumentation of the larynx or suspicion of neck injury and without mucosal lesions

  15. Avaliação perceptivo-auditiva e fatores associados à alteração vocal em professores Auditory vocal analysis and factors associated with voice disorders among teachers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Albanita Gomes da Costa de Ceballos

    2011-06-01

    Full Text Available O professor é um profissional que exige muito de sua voz e, consequentemente, apresenta elevado risco de desenvolver alteração vocal durante o exercício do seu trabalho. OBJETIVO: Identificar fatores associados à alteração vocal em professores. MÉTODO: Estudo exploratório do tipo corte transversal que investigou 476 professores do ensino fundamental e médio de escolas municipais da cidade de Salvador, BA. Os professores responderam a um questionário e foram submetidos à avaliação fonoaudiológica perceptivo-auditiva da voz. Para diagnóstico de alteração vocal utilizou-se a escala GRBAS. RESULTADOS: A população do estudo foi composta por 82,8% de mulheres. Os professores do estudo tinham média de idade igual a 40,7 anos, escolaridade superior (88,4%, jornada de trabalho média de 38 horas semanais, média de 11,5 anos de atuação profissional e renda média mensal de R$ 1.817,18. A prevalência de alteração vocal foi de 53,6% (255 professores. A análise bivariada evidenciou associações estatisticamente significantes entre alteração vocal e idade maior que 40 anos (RP = 1,83; IC 95%; 1,27-2,64, histórico familiar de disfonia (RP = 1,72; IC 95%; 1,06-2,80, carga horária semanal maior que 20 horas (RP = 1,66; IC 95%; 1,09-2,52 e presença de pó de giz na sala de aula (RP = 1,70; IC 95%; 1,14-2,53. CONCLUSÃO: O estudo realizado concluiu que os professores com 40 ou mais anos de idade, com histórico familiar de disfonia, com carga horária semanal maior que 20 horas e que lecionam em salas de aula com pó de giz têm maior chance de ter alteração vocal do que os demais.Teachers are professionals who demand much of their voices and, consequently, present a high risk of developing vocal disorders during the course of employment. OBJECTIVE: To identify factors associated with vocal disorders among teachers. METHOD: An exploratory cross-sectional study, which investigated 476 teachers in primary and secondary schools in

  16. An Investigation of Vocal Tract Characteristics for Acoustic Discrimination of Pathological Voices

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jung-Won Lee

    2013-01-01

    Full Text Available This paper investigates the effectiveness of measures related to vocal tract characteristics in classifying normal and pathological speech. Unlike conventional approaches that mainly focus on features related to the vocal source, vocal tract characteristics are examined to determine if interaction effects between vocal folds and the vocal tract can be used to detect pathological speech. Especially, this paper examines features related to formant frequencies to see if vocal tract characteristics are affected by the nature of the vocal fold-related pathology. To test this hypothesis, stationary fragments of vowel /aa/ produced by 223 normal subjects, 472 vocal fold polyp subjects, and 195 unilateral vocal cord paralysis subjects are analyzed. Based on the acoustic-articulatory relationships, phonation for pathological subjects is found to be associated with measures correlated with a raised tongue body or an advanced tongue root. Vocal tract-related features are also found to be statistically significant from the Kruskal-Wallis test in distinguishing normal and pathological speech. Classification results demonstrate that combining the formant measurements with vocal fold-related features results in improved performance in differentiating vocal pathologies including vocal polyps and unilateral vocal cord paralysis, which suggests that measures related to vocal tract characteristics may provide additional information in diagnosing vocal disorders.

  17. Fifteen-Month-Old Infants Match Vocal Cues to Intentional Actions

    Science.gov (United States)

    Hoicka, Elena; Wang, Su-hua

    2011-01-01

    Fifteen-month-old infants detected a violation when an actor performed an action that did not match her preceding vocal cue: The infants looked reliably longer when the actor expressed a humorous vocal cue followed by a sweet action or expressed a sweet vocal cue followed by a humorous action, than when the vocal cue was followed by a matching…

  18. Effect of sugarcane biopolymer gel injected in rabbit vocal fold

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Augusto de Souza Leão

    2014-06-01

    Full Text Available INTRODUCTION: Alterations in the vocal folds that involve volume reduction and glottal closure failure result in exaggerated air escape during speech. For such situations, the use of implants or grafts of different materials has been proposed. OBJECTIVE: To define the effect of sugarcane biopolymer gel when implanted in the vocal folds of rabbits. METHODS: This was an experimental study. The vocal folds of rabbits injected with sugarcane biopolymer and saline solution were histologically evaluated after 21 and 90 days. RESULTS: Mild to moderate inflammation and increased volume were observed in all vocal folds injected with biopolymer, when compared to controls. There were no cases of necrosis or calcification. DISCUSSION: This study showed higher inflammatory reaction in cases than in controls and biopolymer biointegration to the vocal fold. This fibrogenic response with absence of epithelial repercussions suggests that the biopolymer in its gel form can be bioactive and preserve the normal vibratory function of the epithelium. CONCLUSION: We show that in spite of producing an inflammatory reaction in vocal fold tissues, the material remained in vocal fold throughout the study period.

  19. Spontaneous motor entrainment to music in multiple vocal mimicking species.

    Science.gov (United States)

    Schachner, Adena; Brady, Timothy F; Pepperberg, Irene M; Hauser, Marc D

    2009-05-26

    The human capacity for music consists of certain core phenomena, including the tendency to entrain, or align movement, to an external auditory pulse [1-3]. This ability, fundamental both for music production and for coordinated dance, has been repeatedly highlighted as uniquely human [4-11]. However, it has recently been hypothesized that entrainment evolved as a by-product of vocal mimicry, generating the strong prediction that only vocal mimicking animals may be able to entrain [12, 13]. Here we provide comparative data demonstrating the existence of two proficient vocal mimicking nonhuman animals (parrots) that entrain to music, spontaneously producing synchronized movements resembling human dance. We also provide an extensive comparative data set from a global video database systematically analyzed for evidence of entrainment in hundreds of species both capable and incapable of vocal mimicry. Despite the higher representation of vocal nonmimics in the database and comparable exposure of mimics and nonmimics to humans and music, only vocal mimics showed evidence of entrainment. We conclude that entrainment is not unique to humans and that the distribution of entrainment across species supports the hypothesis that entrainment evolved as a by-product of selection for vocal mimicry.

  20. Vocal fold ion transport and mucin expression following acrolein exposure.

    Science.gov (United States)

    Levendoski, Elizabeth Erickson; Sivasankar, M Preeti

    2014-05-01

    The vocal fold epithelium is exposed to inhaled particulates including pollutants during breathing in everyday environments. Yet, our understanding of the effects of pollutants on vocal fold epithelial function is extremely limited. The objective of this study was to investigate the effect of the pollutant acrolein on two vocal fold epithelial mechanisms: ion transport and mucin (MUC) synthesis. These mechanisms were chosen as each plays a critical role in vocal defense and in maintaining surface hydration which is necessary for optimal voice production. Healthy, native porcine vocal folds (N = 85) were excised and exposed to an acrolein or sham challenge. A 60-min acrolein, but not sham challenge significantly reduced ion transport and inhibited cyclic adenosine monophosphate-dependent, increases in ion transport. Decreases in ion transport were associated with reduced sodium absorption. Within the same timeline, no significant acrolein-induced changes in MUC gene or protein expression were observed. These results improve our understanding of the effects of acrolein on key vocal fold epithelial functions and inform the development of future investigations that seek to elucidate the impact of a wide range of pollutant exposures on vocal fold health.

  1. Specific features of vocal fold paralysis in functional computed tomography

    International Nuclear Information System (INIS)

    Laskowska, K.; Mackiewicz-Nartowicz, H.; Serafin, Z.; Nawrocka, E.

    2008-01-01

    Vocal fold paralysis is usually recognized in laryngological examination, and detailed vocal fold function may be established based on laryngovideostroboscopy. Additional imaging should exclude any morphological causes of the paresis, which should be treated pharmacologically or surgically. The aim of this paper was to analyze the computed tomography (CT) images of the larynx in patients with unilateral vocal fold paralysis. CT examinations of the larynx were performed in 10 patients with clinically defined unilateral vocal fold paralysis. The examinations consisted of unenhanced acquisition and enhanced 3-phased acquisition: during free breathing, Valsalva maneuver, and phonation. The analysis included the following morphologic features of the paresis.the deepened epiglottic vallecula, the deepened piriform recess, the thickened and medially positioned aryepiglottic fold, the widened laryngeal pouch, the anteriorly positioned arytenoid cartilage, the thickened vocal fold, and the filled infraglottic space in frontal CT reconstruction. CT images were compared to laryngovideostroboscopy. The most common symptoms of vocal cord paralysis in CT were the deepened epiglottic vallecula and piriform recess, the widened laryngeal pouch with the filled infraglottic space, and the thickened aryepiglottic fold. Regarding the efficiency of the paralysis determination, the three functional techniques of CT larynx imaging used did not differ significantly, and laryngovideostroboscopy demonstrated its advantage over CT. CT of the larynx is a supplementary examination in the diagnosis of vocal fold paralysis, which may enable topographic analysis of the fold dysfunction. The knowledge of morphological CT features of the paralysis may help to prevent false-positive diagnosis of laryngeal cancer. (author)

  2. Social vocalizations of big brown bats vary with behavioral context.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marie A Gadziola

    Full Text Available Bats are among the most gregarious and vocal mammals, with some species demonstrating a diverse repertoire of syllables under a variety of behavioral contexts. Despite extensive characterization of big brown bat (Eptesicus fuscus biosonar signals, there have been no detailed studies of adult social vocalizations. We recorded and analyzed social vocalizations and associated behaviors of captive big brown bats under four behavioral contexts: low aggression, medium aggression, high aggression, and appeasement. Even limited to these contexts, big brown bats possess a rich repertoire of social vocalizations, with 18 distinct syllable types automatically classified using a spectrogram cross-correlation procedure. For each behavioral context, we describe vocalizations in terms of syllable acoustics, temporal emission patterns, and typical syllable sequences. Emotion-related acoustic cues are evident within the call structure by context-specific syllable types or variations in the temporal emission pattern. We designed a paradigm that could evoke aggressive vocalizations while monitoring heart rate as an objective measure of internal physiological state. Changes in the magnitude and duration of elevated heart rate scaled to the level of evoked aggression, confirming the behavioral state classifications assessed by vocalizations and behavioral displays. These results reveal a complex acoustic communication system among big brown bats in which acoustic cues and call structure signal the emotional state of a caller.

  3. Vocal evaluation in teachers with or without symptoms.

    Science.gov (United States)

    Tavares, Elaine L M; Martins, Regina H G

    2007-07-01

    The aim of this study was to perform voice evaluation in teachers with and without vocal symptoms, identifying etiologic factors of dysphonia, voice symptoms, vocal qualities, and laryngeal lesions. Eighty teachers were divided into two groups: GI (without or sporadic symptoms, 40) and GII (with frequent vocal symptoms, 40). They answered a specific questionnaire, and were subject to a perceptual vocal assessment (maximum phonation time, glottal attack, resonance, coordination of breathing and voicing, pitch, and loudness), GIRBAS scale, and to videolaryngoscopy. Females were predominant in both groups, and the age range was from 36 to 50 years. Elementary teachers predominated, working in classes with 31-40 students. Voice symptoms and alterations in the perceptual vocal analysis and in the GIRBAS scale were more frequent in GII. In 46 teachers (GI-16; GII-30), videolaryngoscopy exams were abnormal with the vocal nodules being the most frequent lesions. These results indicate that a teacher's voice is compromised, and requires more attention including control of environmental factors and associated diseases, preventive vocal hygiene, periodic laryngeal examinations, and access to adequate specialist treatment.

  4. Autoavaliação vocal e qualidade de vida em voz de indivíduos hipertensos Self-perception vocal and quality of life in the hypertensive individuals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Veis Ribeiro

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: obter dados de autoavaliação vocal e qualidade de vida em voz de indivíduos hipertensos MÉTODO: trata-se de estudo transversal, exploratório e descritivo. Participaram 84 indivíduos, 33 homens e 51 mulheres, de 54 a 87 anos (média de 68 anos que foram divididos em: Grupo Pesquisa (GP - 42 indivíduos portadores de hipertensão arterial e que recebiam tratamento medicamentoso específico para a doença há pelo menos um ano; Grupo Controle (GC: 42 indivíduos não hipertensos e com bom estado de saúde geral autorreferido. Todos os participantes responderam a um questionário composto por perguntas objetivas sobre autoavaliação vocal e ao protocolo Qualidade de Vida em Voz (QVV. RESULTADOS: não foram observadas diferenças quanto à autoavaliação vocal de indivíduos do GP e GC (p=0,075. Os escores médios totais obtidos no QVV também foram semelhantes entre os grupos (p=0,080. Houve diferença entre os grupos quanto à autopercepção do sintoma de "voz fraca", que teve maior ocorrência no GP (p=0,015. CONCLUSÃO: a utilização de medicamentos específicos para a hipertensão não promoveu diferenças na autoavaliação vocal e na qualidade de vida do grupo estudado, com exceção da percepção de "voz fraca". Indivíduos hipertensos e não hipertensos apresentaram escores abaixo do que se espera para sujeitos com vozes saudáveis e sem queixas vocais.PURPOSE: to get data of vocal self-assessment and voice quality of life in hypertensive individuals. METHOD: this is a cross-sectional, exploratory and descriptive study. There were 84 individuals ,33 men and 51 women, 54 to 87 years (68 years-old average who were divided into: Study Group (SG - 42 individuals with hypertension and receiving specific drug treatment for this disease for at least one year; Control Group (CG: 42 non-hypertensive individuals with good self-reported general health. All participants answered a questionnaire with questions about vocal self

  5. Efeito imediato de técnicas vocais em mulheres sem queixa vocal Immediate effect of vocal techniques in women without vocal complaint

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Cristina Pereira

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar o efeito imediato das técnicas vocais vibração, som nasal e sobrearticulação na voz e na laringe de mulheres sem queixas vocais. MÉTODO: participaram da pesquisa 32 sujeitos do sexo feminino, com idades entre 20 e 45 anos, sem queixas vocais, com qualidade vocal avaliada entre normal e alteração de grau leve Os sujeitos foram submetidos à análise perceptivo-auditiva pela escala visual analógica da vogal /ε/ e fala espontânea, análise acústica e laringoestroboscopia antes e após a realização das técnicas. RESULTADOS: a análise perceptivo-auditiva revelou melhora significante dos parâmetros impressão global da voz, rouquidão e estabilidade na vogal /ε/ e articulação na fala espontânea. A análise acústica evidenciou melhora significante do jitter e shimmer. A laringoestroboscopia evidenciou significante melhora no fechamento glótico e melhora na movimentação muco-ondulatória das pregas vocais. CONCLUSÃO: as técnicas vocais estudadas são capazes de proporcionar melhora imediata significante da qualidade vocal e da configuração laríngea.PURPOSE: to check the immediate effect of vocal techniques: vibration, nasal sound and overarticulation. METHOD: 32 female subjects with normal to mild dysphonia took part in the study, with ages from 20 to 45 years. Subjects were submitted to perceptual analysis and laryngostroboscopic exams before and after the use of vocal techniques. RESULTS: subjects' vocal classification in perceptual analysis after accomplishing the vocal techniques showed significant improvement on parameters voice global impression, hoarseness and stability; and, in spontaneous speech, one showed a significant improvement on the parameter articulation. The acoustic analysis evidenced significant improvement of the jitter and shimmer. Laryngostroboscopic examination evidenced a significant increase in the glottic closing and an increase in the mucondulatory movement of the vocal folds

  6. Injeção de gordura na prega vocal: efeitos do local de injeção sobre a configuração glótica e a distribuição espacial da gordura injetada Fat injection into the vocal fold: effects of the place of injection on the configuration of the glottis and the spatial distribution of the fat

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rui Imamura

    2003-08-01

    Full Text Available A injeção intracordal de gordura tem sido utilizada para medializar a prega vocal em casos de paralisia laríngea, com resultados variáveis. A ausência de consenso entre os autores em relação a diversos aspectos técnicos, como o local de injeção, pode contribuir, em parte, para essa variação. OBJETIVO: Estudar o efeito do local de injeção em relação à distribuição espacial da gordura dentro da prega vocal e à configuração glótica após essas injeções. FORMA DE ESTUDO: Experimental. MATERIAL E MÉTODO: Seis laringes adultas excisadas foram utilizadas. Gordura colhida por lipoaspiração foi injetada, por meio de uma seringa de pressão, no ponto médio da prega vocal em três laringes e lateralmente ao processo vocal da aritenóide em outras três. Fotografias digitais em vista cranial da glote foram obtidas antes e após as injeções. Após fixação e descalcificação, as laringes foram cortadas no plano frontal nos terços anterior, médio e posterior da prega vocal e no nível da cartilagem aritenóide, para estudar a distribuição da gordura. RESULTADOS: Somente a injeção de gordura lateralmente ao processo vocal da aritenóide permitiu o fechamento da glote posterior. A gordura tendeu a ocupar um espaço cilíndrico dentro do músculo tireoaritenóideo, ao longo do maior eixo da prega vocal, mesmo quando injetada próximo ao processo vocal. CONCLUSÕES: O local de injeção da gordura teve influência sobre a configuração glótica após a injeção, apesar da gordura tender a ocupar um espaço cilíndrico ao longo da prega vocal em ambos os grupos.Intracordal fat injection has been used for vocal fold medialization in cases of laryngeal paralysis with variable results. A lack of consensus among the authors concerning various technical aspects, such as the site of injection, may contribute, in part, to this variation. AIM: To study the effects of the place of fat injection on the spatial distribution of fat and

  7. Structural Classification of Wild Boar (Sus scrofa) Vocalizations.

    Science.gov (United States)

    Garcia, Maxime; Gingras, Bruno; Bowling, Daniel L; Herbst, Christian T; Boeckle, Markus; Locatelli, Yann; Fitch, W Tecumseh

    2016-04-01

    Determining whether a species' vocal communication system is graded or discrete requires definition of its vocal repertoire. In this context, research on domestic pig ( Sus scrofa domesticus ) vocalizations, for example, has led to significant advances in our understanding of communicative functions. Despite their close relation to domestic pigs, little is known about wild boar ( Sus scrofa) vocalizations. The few existing studies, conducted in the 1970s, relied on visual inspections of spectrograms to quantify acoustic parameters and lacked statistical analysis. Here, we use objective signal processing techniques and advanced statistical approaches to classify 616 calls recorded from semi-free ranging animals. Based on four spectral and temporal acoustic parameters-quartile Q25, duration, spectral flux, and spectral flatness-extracted from a multivariate analysis, we refine and extend the conclusions drawn from previous work and present a statistically validated classification of the wild boar vocal repertoire into four call types: grunts, grunt-squeals, squeals, and trumpets. While the majority of calls could be sorted into these categories using objective criteria, we also found evidence supporting a graded interpretation of some wild boar vocalizations as acoustically continuous, with the extremes representing discrete call types. The use of objective criteria based on modern techniques and statistics in respect to acoustic continuity advances our understanding of vocal variation. Integrating our findings with recent studies on domestic pig vocal behavior and emotions, we emphasize the importance of grunt-squeals for acoustic approaches to animal welfare and underline the need of further research investigating the role of domestication on animal vocal communication.

  8. A nomenclature paradigm for benign midmembranous vocal fold lesions.

    Science.gov (United States)

    Rosen, Clark A; Gartner-Schmidt, Jackie; Hathaway, Bridget; Simpson, C Blake; Postma, Gregory N; Courey, Mark; Sataloff, Robert T

    2012-06-01

    There is a significant lack of uniform agreement regarding nomenclature for benign vocal fold lesions (BVFLs). This confusion results in difficulty for clinicians communicating with their patients and with each other. In addition, BVFL research and comparison of treatment methods are hampered by the lack of a detailed and uniform BVFL nomenclature. Clinical consensus conferences were held to develop an initial BVFL nomenclature paradigm. Perceptual video analysis was performed to validate the stroboscopy component of the paradigm. The culmination of the consensus conferences and the video-perceptual analysis was used to evaluate the BVFL nomenclature paradigm using a retrospective review of patients with BVFL. An initial BVFL nomenclature paradigm was proposed utilizing detailed definitions relating to vocal fold lesion morphology, stroboscopy, response to voice therapy and intraoperative findings. Video-perceptual analysis of stroboscopy demonstrated that the proposed binary stroboscopy system used in the BVFL nomenclature paradigm was valid and widely applicable. Retrospective review of 45 patients with BVFL followed to the conclusion of treatment demonstrated that slight modifications of the initial BVFL nomenclature paradigm were required. With the modified BVFL nomenclature paradigm, 96% of the patients fit into the predicted pattern and definitions of the BVFL nomenclature system. This study has validated a multidimensional BVFL nomenclature paradigm. This vocal fold nomenclature paradigm includes nine distinct vocal fold lesions: vocal fold nodules, vocal fold polyp, pseudocyst, vocal fold cyst (subepithelial or ligament), nonspecific vocal fold lesion, vocal fold fibrous mass (subepithelial or ligament), and reactive lesion. Copyright © 2011 The American Laryngological, Rhinological, and Otological Society, Inc.

  9. Vocal Qualities in Music Theater Voice: Perceptions of Expert Pedagogues.

    Science.gov (United States)

    Bourne, Tracy; Kenny, Dianna

    2016-01-01

    To gather qualitative descriptions of music theater vocal qualities including belt, legit, and mix from expert pedagogues to better define this voice type. This is a prospective, semistructured interview. Twelve expert teachers from United States, United Kingdom, Asia, and Australia were interviewed by Skype and asked to identify characteristics of music theater vocal qualities including vocal production, physiology, esthetics, pitch range, and pedagogical techniques. Responses were compared with published studies on music theater voice. Belt and legit were generally described as distinct sounds with differing physiological and technical requirements. Teachers were concerned that belt should be taught "safely" to minimize vocal health risks. There was consensus between teachers and published research on the physiology of the glottis and vocal tract; however, teachers were not in agreement about breathing techniques. Neither were teachers in agreement about the meaning of "mix." Most participants described belt as heavily weighted, thick folds, thyroarytenoid-dominant, or chest register; however, there was no consensus on an appropriate term. Belt substyles were named and generally categorized by weightedness or tone color. Descriptions of male belt were less clear than for female belt. This survey provides an overview of expert pedagogical perspectives on the characteristics of belt, legit, and mix qualities in the music theater voice. Although teacher responses are generally in agreement with published research, there are still many controversial issues and gaps in knowledge and understanding of this vocal technique. Breathing techniques, vocal range, mix, male belt, and vocal registers require continuing investigation so that we can learn more about efficient and healthy vocal function in music theater singing. Copyright © 2016 The Voice Foundation. Published by Elsevier Inc. All rights reserved.

  10. Relationship between patient-perceived vocal handicap and clinician-rated level of vocal dysfunction.

    Science.gov (United States)

    Childs, Lesley F; Bielinski, Clifford; Toles, Laura; Hamilton, Amy; Deane, Janis; Mau, Ted

    2015-01-01

    The relationship between patient-reported vocal handicap and clinician-rated measures of vocal dysfunction is not understood. This study aimed to determine if a correlation exists between the Voice Handicap Index-10 (VHI-10) and the Voice Functional Communication Measure rating in the National Outcomes Measurement System (NOMS). Retrospective case series. Four hundred and nine voice evaluations over 12 months at a tertiary voice center were reviewed. The VHI-10 and NOMS scores, diagnoses, and potential comorbid factors were collected and analyzed. For the study population as a whole, there was a moderate negative correlation between the NOMS rating and the VHI-10 (Pearson r = -0.57). However, for a given NOMS level, there could be considerable spread in the VHI-10. In addition, as the NOMS decreased stepwise below level 4, there was a corresponding increase in the VHI-10. However, a similar trend in VHI-10 was not observed for NOMS above level 4, indicating the NOMS versus VHI-10 correlation was not linear. Among diagnostic groups, the strongest correlation was found for subjects with functional dysphonia. The NOMS versus VHI-10 correlation was not affected by gender or the coexistence of a psychiatric diagnosis. A simple relationship between VHI-10 and NOMS rating does not exist. Patients with mild vocal dysfunction have a less direct relationship between their NOMS ratings and the VHI-10. These findings provide insight into the interpretation of patient-perceived and clinician-rated measures of vocal function and may allow for better management of expectations and patient counseling in the treatment of voice disorders. © 2014 The American Laryngological, Rhinological and Otological Society, Inc.

  11. Influência do treinamento aeróbio nos mecanismos fisiopatológicos da hipertensão arterial sistêmica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Luciano Pontes Júnior

    2010-12-01

    Full Text Available O objetivo da presente revisão foi discutir as principais influências do exercício aeróbio nos mecanismos fisiopatológicos da hipertensão sistêmica. A hipotensão pós-exercício (HPE resulta de uma redução persistente na resistência vascular periférica (RVP, mediada pelo sistema nervoso autônomo e por substâncias vasodilatadoras. A diminuição da pressão arterial com o treinamento crônico ocorre pela diminuição da RVP e do débito cardíaco em repouso, por meio da redução da atividade neural simpática e do aumento da sensibilidade barorreflexa. Além disso, o exercício crônico pode promover redução da concentração de catecolaminas, melhora do perfil metabólico, afetar a atividade funcional do endotélio vascular e promover mudanças positivas na composição corporal. Desse modo, a inclusão do exercício físico aeróbio é fortemente recomendada como estratégia não farmacológica para o tratamento da hipertensão, não apenas pelo efeito benéfico na pressão arterial, bem como na redução de fatores de risco cardiovasculares.

  12. Vocal mechanisms in birds and bats: a comparative view

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suthers Roderick A.

    2004-01-01

    Full Text Available Vocal signals play a very important role in the life of both birds and echolocating bats, but these two unrelated groups of flying vertebrates have very different vocal systems. They nevertheless must solve many of the same problems in producing sound. This brief review examines avian and microchiropteran motor mechanisms for: 1 coordinating the timing of phonation with the vocal motor pattern that controls its acoustic properties, and 2 achieving respiratory strategies that provide adequate ventilation for pulmonary gas exchange, while also facilitating longer duration songs or trains of sonar pulses.

  13. Comment on "Monkey vocal tracts are speech-ready".

    Science.gov (United States)

    Lieberman, Philip

    2017-07-01

    Monkey vocal tracts are capable of producing monkey speech, not the full range of articulate human speech. The evolution of human speech entailed both anatomy and brains. Fitch, de Boer, Mathur, and Ghazanfar in Science Advances claim that "monkey vocal tracts are speech-ready," and conclude that "…the evolution of human speech capabilities required neural change rather than modifications of vocal anatomy." Neither premise is consistent either with the data presented and the conclusions reached by de Boer and Fitch themselves in their own published papers on the role of anatomy in the evolution of human speech or with the body of independent studies published since the 1950s.

  14. From the vocal gesture to the writing of music

    OpenAIRE

    Vitale, Alessia R.

    2009-01-01

    In the present study I will analyse the multifaceted functions of the external vocal gestures of the chironomical type and their influence on the first trace-forms of music writing : neumes. I will also outline the impact of vocal gestures within the dynamics of the learning process in singing and in the transitional process from oral musical culture to music writing. My aim is to extend the study of vocal gestures towards the exegesis of the writing of music. From an ontological and epistemo...

  15. Development of vocalization and hearing in American mink (Neovison vison)

    DEFF Research Database (Denmark)

    Brandt, Christian; Malmkvist, Jens; Nielsen, Rasmus L

    2013-01-01

    American mink (Neovison vison) kits are born altricial and fully dependent 40 on maternal care, for which the kits' vocalisations appear essential. We used Auditory Brainstem Recording (ABR) to determine (1) hearing sensitivity of adult females from two breeding lines known to differ in maternal ....... When separated from their mothers kits vocalized loudly. Until age 22 days, 90% of all kits vocalized with no significant decline with age (P=0.27). From day 25, concurrent with the start of hearing, the number of vocalizing kits decreased with age (P...

  16. Vocal matching by orange-fronted conures (Aratinga canicularis)

    DEFF Research Database (Denmark)

    Balsby, Thorsten J S; Bradbury, Jack W

    2009-01-01

    The functions of vocal matching have been clarified in territorial songbirds, compositionally stable groups of birds and mammals, and species with multiple alarm or assembly signals. The functions of vocal matching are less well understood in fission/fusion species that are non-territorial, live...... in groups with variable composition, and lack multiple alarm signals. Here we present the results of interactive playbacks in a fission/fusion parrot species, the orange-fronted conjure (Aratinga canicularis), that provide evidence of vocal matching. A randomly selected loud contact call (chee) per trial...

  17. [Vocal cord dysfunction simulating severe corticoid-dependent asthma].

    Science.gov (United States)

    Debove, P; Birot, P; Doussau-Thuron, S; Pelet, R; Calas, M; Didier, A; Léophonte, P

    2000-04-01

    We report a case of severe asthma initially considered as cortico-resistant. Clinical analysis of dyspneic attacks demonstrated they were atypical, sometimes associated with dysphonia and syncopes. Severity of clinical presentation was discordant with lung function tests. The diagnosis of vocal cord dysfunction was confirmed by ENT specialized examination. It showed paradoxal inspiratory adduction of the vocal cords triggered by exercise. Treatment remained however difficult, based on speech therapy, relaxation and psychotherapy. This observation underlines the influence of searching a vocal cord dysfunction in cortico-dependent asthma, especially if clinical presentation is atypical. Treatment of this condition may allow to decrease steroid treatment in such patients.

  18. Conserved mechanisms of vocalization coding in mammalian and songbird auditory midbrain

    OpenAIRE

    Woolley, Sarah M. N.; Portfors, Christine V.

    2013-01-01

    The ubiquity of social vocalization among animals provides the opportunity to identify conserved mechanisms of auditory processing that subserve vocal communication. Identifying auditory coding properties that are shared across vocal communicators will provide insight into how human auditory processing leads to speech perception. Here, we compare auditory response properties and neural coding of social vocalizations in auditory midbrain neurons of mammalian and avian vocal communicators. The ...

  19. Cultural relativity in perceiving emotion from vocalizations.

    Science.gov (United States)

    Gendron, Maria; Roberson, Debi; van der Vyver, Jacoba Marieta; Barrett, Lisa Feldman

    2014-04-01

    A central question in the study of human behavior is whether certain emotions, such as anger, fear, and sadness, are recognized in nonverbal cues across cultures. We predicted and found that in a concept-free experimental task, participants from an isolated cultural context (the Himba ethnic group from northwestern Namibia) did not freely label Western vocalizations with expected emotion terms. Responses indicate that Himba participants perceived more basic affective properties of valence (positivity or negativity) and to some extent arousal (high or low activation). In a second, concept-embedded task, we manipulated whether the target and foil on a given trial matched in both valence and arousal, neither valence nor arousal, valence only, or arousal only. Himba participants achieved above-chance accuracy only when foils differed from targets in valence only. Our results indicate that the voice can reliably convey affective meaning across cultures, but that perceptions of emotion from the voice are culturally variable.

  20. The program complex for vocal recognition

    Science.gov (United States)

    Konev, Anton; Kostyuchenko, Evgeny; Yakimuk, Alexey

    2017-01-01

    This article discusses the possibility of applying the algorithm of determining the pitch frequency for the note recognition problems. Preliminary study of programs-analogues were carried out for programs with function “recognition of the music”. The software package based on the algorithm for pitch frequency calculation was implemented and tested. It was shown that the algorithm allows recognizing the notes in the vocal performance of the user. A single musical instrument, a set of musical instruments, and a human voice humming a tune can be the sound source. The input file is initially presented in the .wav format or is recorded in this format from a microphone. Processing is performed by sequentially determining the pitch frequency and conversion of its values to the note. According to test results, modification of algorithms used in the complex was planned.

  1. BREATH OF USE AND VOCAL TRAINING

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nuran ACAR

    2016-10-01

    Full Text Available Breathable, who escorted us in every aspect of our lives and our survival is our primary activity, allowing for quality of life in a healthy way. quality of breaths taken the right technique, you need both health professional sense should perhaps take advantage of individuals who want to achieve success in life is the primary rule. When the diaphragm is born with assisted breathing lungs of every person's life starts to grow to keep up with the flurry lose this special and important skills. First and foremost, which is important for our body health, including every aspect of proper breathing, especially correct use of the voice carries particular importance. In this article, breathing subject discussed, correct breathing and our lives have tried to give us information about the benefits of both vocal training.

  2. Vocal dose in teachers: correlation with dysphonia.

    Science.gov (United States)

    Gama, Ana Cristina Côrtes; Santos, Juliana Nunes; Pedra, Elisângela de Fátima Pereira; Rabelo, Alessandra Terra Vasconcelos; Magalhães, Max de Castro; Casas, Estevam Barbosa de Las

    2016-04-01

    Teachers are professionals with high prevalence of dysphonia, whose main risk factors are the large work hours in classrooms with the presence of background noise. The purpose of the study was to calculate the phonation time and the cycle dose of teachers with dysphonia and teachers without voice disorders during the class. There were two groups analyzed: five teachers with functional dysphonia were the first group and five teachers without voice disorders were the second group. For the data was used the VoxLog® dosimeter and the parameters were: intensity; fundamental frequency; phonation time and cycle dose. The statistical analysis used ANOVA, Student's T-test, and Kruskal-Wallis test. Dysphonic teachers showed major values of phonation time and cycle dose compared with teachers without voice disorders. The dysphonia is related to extended period of speech time and greater exposure of the tissue of the vocal fold to phonotrauma.

  3. Microscopic Phonosurgery in Benign Vocal Fold Lesions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sukamal Das

    2014-06-01

    Thirty out of 32 patients showed objective improvement in fibreoptic laryngoscopy post treatment. Two patients were noncompliant to voice therapy and showed recurrence of their pathologies.Mean VHI 10 score showed significant improvement from 8 in the preoperative period to 3 in the postoperative period. Conclusion : Phonosurgery is a quick and effective treatment with uncommon and transient post-operative complications. Pre and postoperative voice therapy plays an integral role in combination with phono-micro surgery enhances the outcome in patients with benign vocal fold lesions. Objective assessment of the voice pre- and postoperatively should be used consistently to evaluate the additional impact of pre- and postoperative voice therapy.

  4. Adipose-Derived Mesenchymal Stem Cells in the Regeneration of Vocal Folds: A Study on a Chronic Vocal Fold Scar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelou Valerie

    2016-01-01

    Full Text Available Background. The aim of the study was to assess the histological effects of autologous infusion of adipose-derived stem cells (ADSC on a chronic vocal fold scar in a rabbit model as compared to an untreated scar as well as in injection of hyaluronic acid. Study Design. Animal experiment. Method. We used 74 New Zealand rabbits. Sixteen of them were used as control/normal group. We created a bilateral vocal fold wound in the remaining 58 rabbits. After 18 months we separated our population into three groups. The first group served as control/scarred group. The second one was injected with hyaluronic acid in the vocal folds, and the third received an autologous adipose-derived stem cell infusion in the scarred vocal folds (ADSC group. We measured the variation of thickness of the lamina propria of the vocal folds and analyzed histopathologic changes in each group after three months. Results. The thickness of the lamina propria was significantly reduced in the group that received the ADSC injection, as compared to the normal/scarred group. The collagen deposition, the hyaluronic acid, the elastin levels, and the organization of elastic fibers tend to return to normal after the injection of ADSC. Conclusions. Autologous injection of adipose-derived stem cells on a vocal fold chronic scar enhanced the healing of the vocal folds and the reduction of the scar tissue, even when compared to other treatments.

  5. Differentiating vocal cord dysfunction from asthma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fretzayas A

    2017-10-01

    Full Text Available Andrew Fretzayas,1,2 Maria Moustaki,3 Ioanna Loukou,3 Konstantinos Douros4 1Third Department of Pediatrics, Athens University Medical School, “Attikon” University Hospital, Haidari, Greece; 2Athens Medical Center, Department of Pediatrics, Marousi, Greece; 3Department of Cystic Fibrosis, “Aghia Sofia”, Children’s Hospital, Athens, Greece; 4Respiratory Unit, Third Department of Pediatrics, Athens University Medical School, “Attikon” University Hospital, Haidari, Greece Abstract: Vocal cord dysfunction (VCD-associated symptoms are not rare in pediatric patients. Dyspnea, wheezing, stridor, chest pain or tightness and throat discomfort are the most commonly encountered symptoms. They may occur either at rest or more commonly during exercise in patients with VCD, as well as in asthmatic subjects. The phase of respiration (inspiration rather than expiration, the location of the wheezing origin, the rapid resolution of symptoms, and the timing occurring in relation to exercise, when VCD is exercise induced, raise the suspicion of VCD in patients who may have been characterized as merely asthmatics and, most importantly, had not responded to the appropriate treatment. The gold standard method for the diagnosis of VCD is fiberoptic laryngoscopy, which may also identify concomitant laryngeal abnormalities other than VCD. However, as VCD is an intermittent phenomenon, the procedure should be performed while the patient is symptomatic. For this reason, challenges that induce VCD symptoms should be performed, such as exercise tests. Recently, for the evaluation of patients with exercise-induced VCD, continuous laryngoscopy during exercise (such as treadmill, bicycle ergometer, swimming was used. A definite diagnosis of VCD is of importance, especially for those patients who have been erroneously characterized as asthmatics, without adequate response to treatment. In these cases, another therapeutic approach is necessary, which will depend on

  6. Singers' and Nonsingers' Perception of Vocal Vibrato.

    Science.gov (United States)

    Reddy, A Anita; Subramanian, Uma

    2015-09-01

    Vibrato, a small, nevertheless an important component in the singing voice is known to enrich the overall singing voice quality. However, in the perception of overall performance, it is often neglected. Singing performance is often appreciated by a mixed audience of those who love music, but not necessarily sing and other singers who may or may not be teachers of singing. The objectives of the present study were aimed at investigating singers' and nonsingers' perception of vocal vibrato and its effect on the ratings of singer's overall performance. Prerecorded audio samples of the chorus of a hymn (How Great Thou Art) as sung by 10 singers (both men and women) were played via a speaker to two groups of judges which consisted of three experienced singers and three experienced nonsingers. The singer judges (SJs) were vocal instructors in Western classical, music theater, pop, and contemporary styles. Seven parameters (presence of vibrato, rate, extent, conspicuousness, quality, periodicity, and type) related to vibrato were evaluated through auditory perception by these two groups of judges on a rating scale developed specifically for the study, and one parameter evaluated singer's overall performance. Cohen's Kappa statistical analysis was used for inter-rater reliability within groups. Nonsinger judges (NSJs) within the group showed varied ratings as did SJs, yet SJs did have higher agreement than NSJs. Chi-square analysis was used across groups. Both groups were distinct from each other in their perception of vibrato. Ratings of singer's overall performance were not affected for NSJs, but certainly affected for SJ. It could not be concluded that ratings on singer's overall performance was affected as a result of vibrato. Since vibrato is often over-ridden by the singer's voice. But a rare occasion can arise where a vibrato may not sound pleasant and can affect the listener's perception of the singer's performance. Often a feedback from listeners would help monitor

  7. Avaliação dos efeitos do treinamento em crianças futebolistas da Vila Olímpica da Mangueira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Nazaré Dias Portal

    2008-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de 12 semanas de treinamento nas qualidades físicas de dois grupos de crianças praticantes de futebol de campo da Vila Olímpica da Mangueira, ambos no estágio 3 de maturação biológica. As crianças foram submetidas a duas metodologias distintas durante a etapa de formação básica: a tradicional (grupo 1 - G1 e a maturacional (grupo 2 - G2. A amostra foi composta por 30 crianças do gênero masculino. Para a avaliação da Maturação Biológica foi utilizado o método de Tanner (1962. Para avaliação das qualidades físicas foram utilizados os seguintes protocolos: Coordenação (Teste de Coordenação de Burpee, Flexibilidade (Testes Angulares de Goniometria, Força dinâmica (Teste de Preensão Manual de Dinamometria, Força explosiva (Teste de Impulsão Vertical e Velocidade (Teste de velocidade de 30 metros lançado. O procedimento estatístico utilizado foi o Teste-t de Student para amostras independentes e repetidas com um nível de significância de p≤0,05. Quando se comparou o G1 com o G2 observaram-se os seguintes resultados do Δ% e do p-valor, respectivamente: coordenação (Δ%=14,11%; p=0,00, força dinâmica (Δ%=3,01; p=0,49 e força explosiva (Δ%=1,03; p=0,63, flexibilidade (Δ%=4,39%; p=0,00, resistência aeróbica (Δ%=0,91%; p=0,00 e velocidade (Δ%=-0,96; p=0,00. Os resultados permitiram concluir que a utilização de uma metodologia levando em consideração a maturação biológica se mostrou mais eficiente no desenvolvimento de qualidades físicas de infantes no estágio 3 de maturação, praticantes de futebol de campo na Vila Olímpica da Mangueira.

  8. Self-organization of early vocal development in infants and machines: the role of intrinsic motivation.

    Science.gov (United States)

    Moulin-Frier, Clément; Nguyen, Sao M; Oudeyer, Pierre-Yves

    2013-01-01

    vocal development and intrinsic motivation. We propose and experimentally test the hypothesis that general mechanisms of intrinsically motivated spontaneous exploration, also called curiosity-driven learning, can self-organize developmental stages during early vocal learning. We introduce a computational model of intrinsically motivated vocal exploration, which allows the learner to autonomously structure its own vocal experiments, and thus its own learning schedule, through a drive to maximize competence progress. This model relies on a physical model of the vocal tract, the auditory system and the agent's motor control as well as vocalizations of social peers. We present computational experiments that show how such a mechanism can explain the adaptive transition from vocal self-exploration with little influence from the speech environment, to a later stage where vocal exploration becomes influenced by vocalizations of peers. Within the initial self-exploration phase, we show that a sequence of vocal production stages self-organizes, and shares properties with data from infant developmental psychology: the vocal learner first discovers how to control phonation, then focuses on vocal variations of unarticulated sounds, and finally automatically discovers and focuses on babbling with articulated proto-syllables. As the vocal learner becomes more proficient at producing complex sounds, imitating vocalizations of peers starts to provide high learning progress explaining an automatic shift from self-exploration to vocal imitation.

  9. Efeitos do destreinamento físico na capacidade funcional de idosos submetidos a um programa de treinamento resistido

    OpenAIRE

    Santana, Frederico Santos de

    2010-01-01

    A redução ou interrupção de treinamento resistido (TR) é denominada destreinamento (DT). Alguns trabalhos analisaram o impacto do DT nas aptidões físicas de idosos, porém poucos estudos investigaram os efeitos do DT na capacidade funcional de idosos. OBJETIVO - comparar a capacidade funcional de idosos após períodos de DT de 6 e 16 semanas. MÉTODOS - a amostra foi constituída de 42 indivíduos idosos, divididos em 2 grupos: DT curto (GC) e DT longo (GL), com n de 11 e 31, respectivamente. Fora...

  10. Avaliação de treinamentos nos níveis de impacto no trabalho e resultados organizacionais

    OpenAIRE

    Silva, Alexandre Laval

    2012-01-01

    Esta tese tem o objetivo principal de identificar as variáveis preditoras do impacto de um treinamento no desempenho individual dos egressos e a sua relação com os resultados organizacionais. Trata-se de um estudo correlacional, com abordagens qualitativa e quantitativa, que utilizou técnicas diversificadas de coleta de dados primários e secundários. Após a definição do modelo teórico, foram realizados cinco estudos: (1) elaboração do modelo lógico do curso avaliado, denominado de Oficina de ...

  11. Respostas cardiopulmonares agudas de mulheres no treinamento de força Acute cardiopulmonary responses of women in strength training

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Antônio Gonsalves Sindorf

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar as respostas cardiopulmonares de uma sessão de treinamento de força em mulheres jovens. MÉTODO: Participaram do estudo 23 mulheres, com idade entre 18 e 29 anos. Todas as voluntárias foram submetidas aos seguintes testes: cardiopulmonar e de uma repetição máxima (1-RM. O protocolo de treinamento de força teve ênfase em hipertrofia muscular, três séries de oito a 12 repetições a 70% de 1-RM, com intervalos de um minuto e 30 segundos entre as séries. Durante a sessão de treinamento foi realizada a medida das variáveis cardiopulmonares por meio de analisador de gases metabólicos e módulo de telemetria. RESULTADOS: Os resultados do consumo de oxigênio da sessão de treinamento foram de 8,43 ± 1,76 ml/kg/min e da frequência cardíaca de 108,08 ± 15,26 bpm. Os resultados do consumo de oxigênio e da frequência cardíaca do treino foram inferiores (p OBJETIVE: Investigate the cardiopulmonary responses of one strength training session in young women. METHOD: Twenty-three women aged between 18 and 29 years participated in this study. All the volunteers were submitted to the following tests: cardiopulmonary and one-repetition maximum (1-RM. The strength training protocol had emphasis on muscular hypertrophy, three sets from eight to twelve repetitions under 70% of 1-RM, with a one minute thirty-second break between sets. During the training session, the cardiopulmonary variables were measured with a metabolic gas analyzer and a telemetry module. RESULTS: The results of the oxygen consumption in the training session were from 8.43 + 1.76 ml/kg/min and of the heart rate of 108.08 + 15.26 bpm. The results of the oxygen consumption and of the heart rate in the training were lower (p < 0.01 than in the ventilatory threshold and of the oxygen consumption and the heart rate reserves. CONCLUSION: The obtained data show that the present protocol of strength training provided low overload to the cardiopulmonary system of

  12. A eficácia do treinamento auditivo acusticamente controlado em idosos com transtorno do processamento auditivo

    OpenAIRE

    Aline Albuquerque Morais

    2015-01-01

    Introdução: No sistema auditivo, as mudanças decorrentes do envelhecimento resultam na dificuldade que os idosos apresentam em compreender a fala, afetando a capacidade de comunicação e de participação nas relações sociais, podendo levar à piora da qualidade de vida desta população. O treinamento auditivo é uma proposta de intervenção baseada na neuroplasticidade que tem o objetivo de adequar as habilidades auditivas de indivíduos com transtorno do processamento auditivo (TPA). Esse método ve...

  13. Efeito do treinamento físico no controle neurovascular e capacidade funcional em pacientes com insuficiência cardíaca em uso de carvedilol

    OpenAIRE

    Raffael Francisco Pires Fraga

    2008-01-01

    Evidências sugerem que o carvedilol diminui a atividade nervosa simpática muscular (ANSM) nos pacientes com insuficiência cardíaca (IC), mas não melhora o fluxo sangüíneo muscular (FSM) e a capacidade funcional nestes pacientes. Por outro lado, o treinamento físico reduz a ANSM, além de melhorar o FSM e a capacidade funcional nos pacientes com disfunção ventricular que não utilizam -bloqueadores. O objetivo deste estudo foi investigar o efeito do treinamento físico sobre a ANSM, FSM e capacid...

  14. Avaliação de treinamento a distância : reação, suporte à transferência e impactos no trabalho

    OpenAIRE

    Carvalho, Renata Silveira; Abbad, Gardênia da Silva

    2006-01-01

    O uso da Internet em treinamentos a distância vem sendo enfatizado, porém se percebem poucas avaliações sistemáticas dessas intervenções. A presente pesquisa avalia modelos de predição de três variáveis critério: Escores de Aprendizagem e Impacto do Treinamento no Trabalho, medido em Profundidade e em Amplitude. As variáveis antecedentes dos modelos integram os componentes de Reação, Características da Clientela e Suporte à Transferência. Foi avaliado um curso a distância, medi...

  15. A Vocal Health Survey Among Amateur and Professional Voice Users.

    Science.gov (United States)

    Weekly, Edrie Means; Carroll, Linda M; Korovin, Gwen S; Fleming, Rachelle

    2017-09-22

    An international survey was conducted to provide insights into current practices related to vocal health among amateur and professional voice users. Vocalists of various genres completed an online survey related to their practice in seeking medical care for vocal health concerns, and their preferences for the type of medical help they seek. Specific vocal symptoms or conditions which the subjects feel would warrant evaluation was also queried, as well as their preference for voice use and management should laryngeal pathology be diagnosed during a medical examination. Participants were knowledgeable in both traditional and alternative medical approaches but showed a preference for those options most readily available, as opposed to those best suited for a vocal issue. Ideally, a combination of traditional and alternative management would appear to be the best long-term strategy for professional and amateur voice users. Copyright © 2017 The Voice Foundation. Published by Elsevier Inc. All rights reserved.

  16. Corrigendum: Cultural Relativity in Perceiving Emotion From Vocalizations.

    Science.gov (United States)

    2014-12-01

    Gendron, M., Roberson, D., van der Vyver, J. M., & Barrett, L. F. (2014). Cultural relativity in perceiving emotion from vocalizations. Psychological Science, 25, 911-920. (Original DOI: 10.1177/0956797613517239 ).

  17. Semiotic aspects of human nonverbal vocalizations: a functional imaging study.

    Science.gov (United States)

    Dietrich, Susanne; Hertrich, Ingo; Alter, Kai; Ischebeck, Anja; Ackermann, Hermann

    2007-12-03

    Humans produce a variety of distinct nonverbal vocalizations. Whereas affective bursts, for example, laughter, have an intrinsic communicative role bound to social behavior, vegetative sounds, for example, snoring, just signal autonomic-physiological states. However, the latter events, for example, belching, may also be used as intentional communicative actions (vocal gestures), characterized by an arbitrary culture-dependent sound-to-meaning (semiotic) relationship, comparable to verbal utterances. Using a decision task, hemodynamic responses to affective bursts, vegetative sounds, and vocal gestures were measured by means of functional magnetic resonance imaging. Affective bursts elicited activation of anterior left superior temporal gyrus. In contrast, arbitrary vocal gestures yielded hemodynamic reactions of the left temporo-parietal junction. Conceivably, a listener's interpretation of nonverbal utterances as intentional events depends upon a left-hemisphere temporo-parietal 'auditory-to-meaning interface' related to our mechanisms of speech processing.

  18. Phonosurgery of the vocal folds : a classification proposal

    NARCIS (Netherlands)

    Remacle, M; Friedrich, G; Dikkers, FG; de Jong, F

    The Phonosurgery Committee of the European Laryngological Society (ELS) has examined the definition and technical description of phonosurgical procedures. Based on this review, the committee has proposed a working classification. The current presentation is restricted to vocal fold surgery (VFS)

  19. Effect of the nandrolone decanoate on the efficiency of spermatogenesis of sedentary rats and rats subjected to physical training = Efeito do decanoato de nandrolona na eficiência da espermatogênese de ratos sedentários e submetidos ao treinamento físico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela de Paiva Foletto

    2010-01-01

    ário-controle, sedentário tratado, treinado-controle e treinado tratado. Os animais tratados receberam injeção intramuscular de decanoato de nandrolona (0,5 mg kg-1 durante as quatro últimas semanas de treinamento físico. O programa de treinamento consistiu de corrida em esteira ergométrica programável, adaptada para treinar oito ratos simultaneamente, durante nove semanas. Foi avaliado o perfil morfológico e morfoquantitativo do sistema reprodutor masculino. Os resultados demonstraram que o tratamento causa redução da eficiência da espermatogênese, no entanto, o treinamento físico quando associado compensa a ação do anabolizante, mantendo o processo de espermatogênese normal.

  20. Time course of recovery of idiopathic vocal fold paralysis.

    Science.gov (United States)

    Husain, Solomon; Sadoughi, Babak; Mor, Niv; Levin, Ariana M; Sulica, Lucian

    2018-01-01

    To clarify the time course of recovery in patients with idiopathic vocal fold paralysis. Retrospective chart review. Medical records for all patients with idiopathic vocal fold paralysis over a 10-year period were reviewed to obtain demographic and clinical information, including onset of disease and recovery of vocal function. Stroboscopic exams of patients who recovered voice were reviewed blindly to assess return of vocal fold motion. Thirty-eight of 55 patients (69%) recovered vocal function. Time course of recovery could be assessed in 34 patients who did not undergo injection augmentation. The mean time to recovery was 152.8 ± 109.3 days (left, 179.8 ± 111.3 days; right, 105.3 ± 93.7 days; P = .088). Two-thirds of patients recovered within 6 months. Probability of recovery declined over time. Five of 22 patients who recovered voice had return of vocal fold motion; 17 did not. The mean time to recovery did not differ between these groups (return of motion, 127.4 ± 132.3 days; no return of motion, 160.1 ± 105.1 days; P = .290). Sixty-nine percent of patients with idiopathic vocal fold paralysis recovered vocal function, two-thirds doing so within 6 months of onset. Age, gender, laterality, use of injection augmentation did not influence recovery rate. Declining probability of recovery over time leads us to consider framework surgery after 6 months in patients with idiopathic paralysis. 4. Laryngoscope, 128:148-152, 2018. © 2017 The American Laryngological, Rhinological and Otological Society, Inc.

  1. Social ultrasonic vocalization in awake head-restrained mouse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benjamin Weiner

    2016-12-01

    Full Text Available Numerous animal species emit vocalizations in response to various social stimuli. The neural basis of vocal communication has been investigated in monkeys, songbirds, rats, bats and invertebrates resulting in deep insights into motor control, neural coding and learning. Mice, which recently became very popular as a model system for mammalian neuroscience, also utilize ultrasonic vocalizations (USVs during mating behavior. However, our knowledge is lacking of both the behavior and its underlying neural mechanism. We developed a novel method for head-restrained male mice (HRMM to interact with non-restrained female mice (NRFM and show that mice can emit USVs in this context. We first recorded USVs in free arena with non-restrained male mice (NRMM and NRFM. Of the NRMM, which vocalized in the free arena, the majority could be habituated to also vocalize while head-restrained but only when a female mouse was present in proximity. The USVs emitted by HRMM are similar to the USVs of NRMM in the presence of a female mouse in their spectral structure, inter syllable interval distribution and USV sequence length, and therefore are interpreted as social USVs. By analyzing vocalizations of NRMM, we established criteria to predict which individuals are likely to vocalize while head fixed based on the USV rate and average syllable duration. To characterize the USVs emitted by HRMM, we analyzed the syllable composition of HRMM and NRMM and found that USVs emitted by HRMM have higher proportions of USVs with complex spectral representation, supporting previous studies showing that mice social USVs are context dependent. Our results suggest a way to study the neural mechanisms of production and control of social vocalization in mice using advanced methods requiring head fixation.

  2. Morphometric Study of Vocal Folds in Indian Cadavers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rawal J.D.

    2015-06-01

    Full Text Available Introduction: -The larynx is an air passage and a sphincteric device used in respiration and phonation. The larynx, from inside outwards has a framework of mucosa surrounded by fibro-elastic membrane which in turn is surrounded by cartilages and then a layer of muscles. Vocal folds are intrinsic ligament of larynx covered by mucosal folds. Larynx generates sound through rhythmic opening and closing of the vocal folds. The perceived pitch of human voice mainly depends upon fundamental frequency of sound generated by larynx. Aim: - The aim of present study is to measure various dimensions of vocal folds in Indian cadavers. Material & Methods: - 50 larynx were obtained from embalmed cadavers, of which 10 larynx were of females. Vocal cords were dissected from the larynx and morphometric analysis was done. Results and Conclusions: - The average total length of the vocal folds was found to be 16.11 mm. ± 2.62 mm. in male and 14.10 mm. ± 1.54 mm. in female cadavers. The average width of the vocal folds was found to be 4.38 mm. ± 0.74 mm. in male and 3.60 mm. ± 0.64 mm. in female cadavers. The average total length of the membranous part of the vocal folds was found to be 11.90 mm. ± 1.86 mm. in male and 10.45 mm. ± 1.81 mm. in female cadavers. The average ratio of the length of the membranous and the cartilaginous parts of the vocal folds was calculated to be 3.10 ± 0.96in male and 2.85 ± 0.73in female cadavers.

  3. Vocal Characteristics and Laryngoscopic Findings in Future Musical Theater Performers.

    Science.gov (United States)

    D'haeseleer, Evelien; Claeys, Sofie; Meerschman, Iris; Bettens, Kim; Degeest, Sofie; Dijckmans, Caroline; De Smet, Joke; Luyten, Anke; Van Lierde, Kristiane

    2017-07-01

    Musical theater performers are a special group of elite vocal performers with a high vocal load as they combine singing, acting, and physical performance. As they are absolutely depending on their voice quality and vocal capacities for their studies and their future profession, an optimal voice production is very important. The purpose of this study was to determine the voice quality of musical theater students. The voice quality of seven students was then reevaluated 1 year after the first assessment. Observational study. Thirty-one musical students (7 men and 24 women) with a mean age of 20 years participated in the study. To determine the voice quality, objective (aerodynamic measurements, voice range profile, acoustic analysis, and Dysphonia Severity Index) and subjective (videolaryngostroboscopy, Voice Handicap Indexes, and questionnaires regarding voice symptoms and risk factors) voice measurements were performed. The median Dysphonia Severity Index in male and female musical students was respectively 5.3 and 5.7, both corresponding with an overall good voice quality. The questionnaires revealed the presence of vocal fatigue, dryness of the throat, vocal tract discomfort, and harmful vocal habits in the majority of students. In 45% of the subjects, videolaryngostroboscopic evaluation of the vocal folds showed an organic lesion. The majority of these lesions are inflammatory lesions (26%). In 68% of the subjects, a certain degree of supraglottic constriction was observed. Despite the overall good voice quality, videolaryngostroboscopy showed a high presence of vocal fold lesions and supraglottic constriction during phonation. Copyright © 2017 The Voice Foundation. Published by Elsevier Inc. All rights reserved.

  4. Vocal accuracy and neural plasticity following micromelody-discrimination training.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean Mary Zarate

    2010-06-01

    Full Text Available Recent behavioral studies report correlational evidence to suggest that non-musicians with good pitch discrimination sing more accurately than those with poorer auditory skills. However, other studies have reported a dissociation between perceptual and vocal production skills. In order to elucidate the relationship between auditory discrimination skills and vocal accuracy, we administered an auditory-discrimination training paradigm to a group of non-musicians to determine whether training-enhanced auditory discrimination would specifically result in improved vocal accuracy.We utilized micromelodies (i.e., melodies with seven different interval scales, each smaller than a semitone as the main stimuli for auditory discrimination training and testing, and we used single-note and melodic singing tasks to assess vocal accuracy in two groups of non-musicians (experimental and control. To determine if any training-induced improvements in vocal accuracy would be accompanied by related modulations in cortical activity during singing, the experimental group of non-musicians also performed the singing tasks while undergoing functional magnetic resonance imaging (fMRI. Following training, the experimental group exhibited significant enhancements in micromelody discrimination compared to controls. However, we did not observe a correlated improvement in vocal accuracy during single-note or melodic singing, nor did we detect any training-induced changes in activity within brain regions associated with singing.Given the observations from our auditory training regimen, we therefore conclude that perceptual discrimination training alone is not sufficient to improve vocal accuracy in non-musicians, supporting the suggested dissociation between auditory perception and vocal production.

  5. The Effect of Vocal Hygiene and Behavior Modification Instruction on the Self-Reported Vocal Health Habits of Public School Music Teachers

    Science.gov (United States)

    Hackworth, Rhonda S.

    2007-01-01

    This study examined the effects of vocal hygiene and behavior modification instruction on self-reported behaviors of music teachers. Subjects (N = 76) reported daily behaviors for eight weeks: water consumption, warm-up, talking over music/noise, vocal rest, nonverbal commands, and vocal problems. Subjects were in experimental group 1 or 2, or the…

  6. Vocal copying of individually distinctive signature whistles in bottlenose dolphins

    Science.gov (United States)

    King, Stephanie L.; Sayigh, Laela S.; Wells, Randall S.; Fellner, Wendi; Janik, Vincent M.

    2013-01-01

    Vocal learning is relatively common in birds but less so in mammals. Sexual selection and individual or group recognition have been identified as major forces in its evolution. While important in the development of vocal displays, vocal learning also allows signal copying in social interactions. Such copying can function in addressing or labelling selected conspecifics. Most examples of addressing in non-humans come from bird song, where matching occurs in an aggressive context. However, in other animals, addressing with learned signals is very much an affiliative signal. We studied the function of vocal copying in a mammal that shows vocal learning as well as complex cognitive and social behaviour, the bottlenose dolphin (Tursiops truncatus). Copying occurred almost exclusively between close associates such as mother–calf pairs and male alliances during separation and was not followed by aggression. All copies were clearly recognizable as such because copiers consistently modified some acoustic parameters of a signal when copying it. We found no evidence for the use of copying in aggression or deception. This use of vocal copying is similar to its use in human language, where the maintenance of social bonds appears to be more important than the immediate defence of resources. PMID:23427174

  7. Vocal interaction between children with Down syndrome and their parents.

    Science.gov (United States)

    Thiemann-Bourque, Kathy S; Warren, Steven F; Brady, Nancy; Gilkerson, Jill; Richards, Jeffrey A

    2014-08-01

    The purpose of this study was to describe differences in parent input and child vocal behaviors of children with Down syndrome (DS) compared with typically developing (TD) children. The goals were to describe the language learning environments at distinctly different ages in early childhood. Nine children with DS and 9 age-matched TD children participated; 4 children in each group were ages 9-11 months, and 5 were between 25 and 54 months. Measures were derived from automated vocal analysis. A digital language processor measured the richness of the child's language environment, including number of adult words, conversational turns, and child vocalizations. Analyses indicated no significant differences in words spoken by parents of younger versus older children with DS and significantly more words spoken by parents of TD children than parents of children with DS. Differences between the DS and TD groups were observed in rates of all vocal behaviors, with no differences noted between the younger versus older children with DS, and the younger TD children did not vocalize significantly more than the younger DS children. Parents of children with DS continue to provide consistent levels of input across the early language learning years; however, child vocal behaviors remain low after the age of 24 months, suggesting the need for additional and alternative intervention approaches.

  8. Vocal cord paralysis due to extralaryngeal causes : evaluation with CT

    International Nuclear Information System (INIS)

    Lee, Jong Hwa; Mo, Jong Hyun; Moon, Sung Hee; Na, Dong Gyu; Byun, Hong Sik; Cho, Jae Min; Han, Boo Kyung; Son, Young Ik; Baek, Chung Whan

    1999-01-01

    To evaluate the use of CT in patients with vocal cord paralysis due to extralaryngeal causes, and to use CT for the assessment of extralaryngeal diseases causing vocal cord paralysis. We prospectively studied the results of CT in 41 patients with vocal cord paralysis in whom laryngoscopy revealed no laryngeal cause and physical examination demonstrated no definite extralaryngeal cause. The extralaryngeal cause of vocal cord palsy was determined after comprehensive clinical diagnosis. Enhanced CT scans were acquired from the skull base and continued to the level of the aorticopulmonary window. We used CT to assess the detection rate for extralaryngeal causes and to extimate the extent of extralaryngeal disease and the distribution of lesions. CT revealed that in 20 of 41 patients(49%) the extralarygeal causes of vocal paralysis were as follows : thyroid cancer(n=10), nodal disease(n=6), esophageal cancer(n=2), neurogenic tumor(n=1), aortic aneurysm(n=1). Lesions were located on the left side in 13 patients(65%), and in the tracheoesophageal groove in 15(75%). In patients with vocal cord paralysis in whom no definite lesion is seen on physical examination , CT could be a useful primary imaging method for the assessment of extralaryngeal causes

  9. Effect of respiratory muscle training in patients undergoing cholecystectomy Efeito do treinamento muscular respiratório em pacientes submetidos à colecistectomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudiane Pedro Rodrigues

    2010-12-01

    Full Text Available The upper abdominal surgeries such as cholecystectomy, tend to evolve postoperatively with restrictive ventilatory disorders. The aim of this study was to evaluate the evolution of inspiratory muscle strength after training the respiratory muscles through the use of linear load device with pressure in patients undergoing conventional cholecystectomy. We studied 10 female patients with indication for cholecystectomy who underwent assessment of inspiratory muscle strength by means of the Maximal Inspiratory Pressure (MIP. Of these, six were evaluated preoperatively and postoperatively (G1 - group 1 and conducted Respiratory Muscle Training (RMT using the Theshold ® (twice a day on the 1st and 2nd postoperative day using 40% MIP and four patients were observed in the post-surgery as a control group (G2 - group 2. The results indicate that despite the decrease in MIP postoperatively, there was recovery of inspiratory muscle strength on the first day of RMT, from 36.7 ± 13.7 cmH2O to 48.0 ± 13.7 cmH2O, and this increase was statistically significant (p As cirurgias abdominais altas, como as colecistectomias, tendem a evoluir no pós operatório com distúrbios ventilatórios restritivos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a evolução da força muscular inspiratória após o treinamento da musculatura respiratória, por meio do uso de aparelho com carga linear pressórica em pacientes submetidos à colecistectomia convencional. Foram estudados 10 pacientes do sexo feminino, com indicação de colecistectomia, e elas realizaram avaliação da força muscular inspiratória através da medida da Pressão Inspiratória Máxima (PImáx. Deles, seis foram avaliados no pré e pós-operatório (G1 – grupo 1 e realizaram o Treinamento Muscular Respiratório (TMR com uso do Theshold® (2 vezes ao dia no 1º e no 2º pós-operatório utilizando 40% da PImáx, e quatro pacientes foram acompanhados no pós-operátorio como grupo controle (G2 – grupo 2

  10. Redução da pressão arterial, da IMC e da glicose após treinamento aeróbico em idosas com diabete tipo 2 Decrease in blood pressure, body mass index and glycemia after aerobic training in elderly women with type 2 diabetes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Zaranza Monteiro

    2010-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O processo de envelhecimento associa-se ao desenvolvimento de várias doenças, que podem ser amenizadas pela prática de atividades físicas. O treinamento aeróbico é um meio efetivo para manter e melhorar as funções cardiovasculares. Além disso, desempenha um papel fundamental na prevenção e tratamento de diversas doenças crônico-degenerativas, em especial o diabete melito. OBJETIVO: Verificar os efeitos de 13 semanas de treinamento aeróbico sobre a pressão arterial, o índice de massa corpórea e a glicemia em idosas com diabete tipo 2. MÉTODOS: Onze mulheres idosas diabéticas (61,0 ± 9,1 anos de idade, sedentárias, realizaram 13 semanas de treinamento aeróbico, compondo o grupo G2. Onze idosas (60,2 ± 6,8 anos de idade controladas não realizaram exercícios físicos durante a pesquisa, constituindo o grupo-controle (G1. O grupo G1 foi submetido somente a orientações educativas uma vez na semana, e o grupo G2, a caminhadas três vezes na semana. RESULTADOS: Houve redução significativa da glicemia e da pressão arterial diastólica nos dois grupos. Não foram encontradas reduções significativas no IMC após o treinamento aeróbico em ambos os grupos. CONCLUSÃO: Treze semanas de treinamento aeróbico foi suficiente para promover reduções significativas na pressão arterial diastólica e glicemia, portanto, esse tipo de exercício reduz os fatores de risco para doenças cardiovasculares e metabólicas.BACKGROUND: The aging process is associated with the development of several diseases, which can be attenuated by the practice of physical activities. Aerobic training is an effective method to maintain and improve cardiovascular function. Additionally, it has a crucial role in the prevention and treatment of several chronic-degenerative diseases, especially diabetes mellitus. }OBJECTIVE: To verify the effect of a 13-week aerobic training program on blood pressure (BP, body mass index (BMI and glycemia levels

  11. Aeroelastic-aeroacoustic measurements in a self-oscillating physical model of the human vocal folds

    Science.gov (United States)

    Krane, Michael; Cates, Zachary

    2009-11-01

    Measurements are presented characterizing the relationship between the structure of physical models of the human vocal folds and the sound produced by their vibration by airflow from the lungs. The model vocal folds are fabricated by molding two layers of silicone rubber of specified stiffness, approximating the body/cover structure. These are mounted in a model vocal tract, where the prephonatory gap adjusted using micropositioners. Measurements conducted in an anechoic chamber include radiated sound pressure, and high-speed video of the vibrating model vocal folds, using prephonatory separation, body stiffness, and subglottal pressure as input parameters.. Essential behavior of the vocal fold models is presented. Vibration fundamental frequency and radiated sound pressure level outside the model vocal tract as a function of subglottal pressure and prephonatory gap are presented for the cases of two identical vocal folds and one vocal fold with lower stiffness, approximating vocal fold paralysis.

  12. Comparative analysis of mineralocorticoid receptor expression among vocal learners (Bengalese finch and budgerigar) and non-vocal learners (quail and ring dove) has implications for the evolution of avian vocal learning.

    Science.gov (United States)

    Matsunaga, Eiji; Suzuki, Kenta; Kobayashi, Tetsuya; Okanoya, Kazuo

    2011-12-01

    Mineralocorticoid receptor is the receptor for corticosteroids such as corticosterone or aldosterone. Previously, we found that mineralocorticoid receptor was highly expressed in song nuclei of a songbird, Bengalese finch (Lonchura striata var. domestica). Here, to examine the relationship between mineralocorticoid receptor expression and avian vocal learning, we analyzed mineralocorticoid receptor expression in the developing brain of another vocal learner, budgerigar (Melopsittacus undulatus) and non-vocal learners, quail (Coturnix japonica) and ring dove (Streptopelia capicola). Mineralocorticoid receptor showed vocal control area-related expressions in budgerigars as Bengalese finches, whereas no such mineralocorticoid receptor expressions were seen in the telencephalon of non-vocal learners. Thus, these results suggest the possibility that mineralocorticoid receptor plays a role in vocal development of parrots as songbirds and that the acquisition of mineralocorticoid receptor expression is involved in the evolution of avian vocal learning. © 2011 The Authors. Development, Growth & Differentiation © 2011 Japanese Society of Developmental Biologists.

  13. The vocal quality in female student teachers during the 3 years of study.

    Science.gov (United States)

    Van Lierde, K M; Claeys, S; Dhaeseleer, E; Deley, S; Derde, K; Herregods, I; Strybol, I; Wuyts, F

    2010-09-01

    The purpose of the present cross-sectional study was to determine the objective vocal quality and the vocal characteristics (vocal risk factors, vocal and corporal complaints) in 143 female student teachers during the 3 years of study. The objective vocal quality was measured by means of the Dysphonia Severity Index (DSI). Perceptual voice assessment, the Voice Handicap Index, questionnaires addressing vocal risks, and vocal and corporal complaints during and/or after voice usage were performed. Student teachers have a normal perceptual and objective vocal quality corresponding with a DSI% of 76. The analysis of variance revealed a significant improvement of the vocal quality between the first and the third year of study. No psychosocial handicapping effect of the voice was observed, though there are some vocal complaints and almost all student teachers reported the presence of corporal pain during and/or after speaking. Especially sore throat and headache were mentioned as the most present corporal pain symptoms. Due to the decreased awareness and the multifactorial genesis of the potential vocal risk factors, the student teachers are at risk for developing an occupational dysphonia during their teaching career. Because teaching is a high-risk profession for the development of voice problems, the incorporation of a direct vocal training technique to increase vocal endurance during teaching together with a vocal hygiene program, dietetics, and a stress management training program during the 3 years of study is needed to prevent occupational dysphonia. 2010 The Voice Foundation. Published by Mosby, Inc. All rights reserved.

  14. Envelhecimento vocal em idosos instucionalizados Vocal aging of institutionalized elderly people

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Neiva de Menezes

    2007-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar de forma perceptivo-auditiva as características vocais de idosos institucionalizados, identificar se essas características interferem no processo de comunicação e correlacioná-las com a avaliação das estruturas do sistema estomatognático e do padrão de fala. MÉTODOS: estudo clínico do tipo transversal, no qual foram realizadas anamneses e avaliações fonoaudiológicas em uma amostra aleatória de 48 indivíduos idosos, residentes na Casa do Ancião Francisco Azevedo - Belo Horizonte/MG, que não apresentavam nenhum tipo de alteração neurológica, uma vez que, buscou-se traçar as manifestações fonoaudiológicas de idosos em processo de envelhecimento sadio. Utilizou-se protocolos específicos, desenvolvidos pelas autoras, de acordo com os aspectos pertinentes aos objetivos do presente estudo. RESULTADOS: na avaliação perceptivo-auditiva da qualidade vocal, constatou-se predominantemente qualidade vocal rouca (70,8%, em grau moderado (33,3%, loudness reduzida (56,2%, pitch grave (62,5% e tempos máximos de fonação reduzidos (81,2%. Dos 48 participantes, 85,4% relataram que a voz não interfere no processo de comunicação. Em relação aos padrões de fala, predominaram inteligibilidade preservada (83,3%, articulação preservada (72,9% e precisão articulatória preservada (83,3%. CONCLUSÕES: existem alterações nos parâmetros referentes à voz decorrentes da idade, sendo que elas não interferem na comunicação e mantêm relação diversa com outras mudanças nas estruturas do sistema estomatognático. Este estudo veio complementar as pesquisas na área de voz envolvendo indivíduos da terceira idade, sob processo de envelhecimento sadio e residentes em instituições de longa permanência.PURPOSES: to investigate vocal aspects related to healthy aging in the institutionalized elderly people, and to identify if these aspects interfer with communication and correlate vocal changes with motor oral system

  15. The relative effectiveness of vocal hygiene training and vocal function exercises in preventing voice disorders in primary school teachers.

    Science.gov (United States)

    Pasa, Gulsen; Oates, Jennifer; Dacakis, Georgia

    2007-01-01

    Voice disorders in teachers have a significant impact on their occupational functioning and well being. Teachers are believed to have a high prevalence of voice problems because of the unfavourable acoustic environments in which they work and the high vocal demands and stress levels associated with teaching. Although the types of voice problems teachers experience should be preventable because they are caused by factors that teachers can change, there is limited information available regarding the effectiveness of different preventative strategies. Therefore, the aim of this study was to investigate the effectiveness of vocal hygiene training (VH) and vocal function exercises (VFE) in reducing vocal symptoms and vocal misuse, and increasing knowledge of voice care, maximum phonation time, and maximum phonational frequency range in school teachers. Thirty-seven teachers from four schools in Melbourne, Australia, participated in the study. Schools were randomly allocated to one of three groups: VH, VFE, and no-treatment control. The VH and VFE participants reported improved vocal characteristics and voice knowledge after training while the control group showed deterioration on most variables. The VH participants showed greater improvements than the VFE participants. These fundings indicate that preventative voice training for teachers is likely to be effective.

  16. Treinamento de músculos inspiratórios em pacientes com quadriplegia Inspiratory muscle training in quadriplegic patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janne Marques Silveira

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar se o treinamento de músculos inspiratórios pode aumentar a força e endurance desses músculos em pacientes com quadriplegia. MÉTODOS: Oito pacientes quadriplégicos (7 homens e 1 mulher com lesão medular cervical entre C4 e C7 foram submetidos ao treinamento de músculos inspiratórios utilizando-se um resistor de carga linear ajustado em 30% da PImáx. As sessões de treinamento foram realizadas com os pacientes sentados 5 vezes por semana por 8 semanas. Tempo de endurance, PImáx, PEmáx e CVF foram medidos antes do treinamento e nas semanas 4 e 8. RESULTADOS: Em comparação ao valor basal médio, houve um aumento da PImáx, mensurada na posição sentada, nas semanas 4 e 8 (-83,0 ± 18,9 cmH2O vs. -104,0 ± 19,4 e -111,3 ± 22,7 cmH2O. Houve aumento da PEmáx, também na posição sentada, na semana 4 (de 36,8 ± 8,1 a 42,6 ± 8,8 cmH2O. Houve uma melhora na FVC na 4ª semana (de 2,1 ± 0,8 a 2,5 ± 0,6 L, representando um incremento de 24 ± 22%. O tempo de endurance (sentado não apresentou um aumento significativo entre o momento basal e a semana 8 (29,8 ± 21,0 min vs. 35,9 ± 15,5 min; aumento de 173 ± 233%. CONCLUSÕES: Pacientes com quadriplegia podem se beneficiar com o treinamento com baixas cargas (30% da PImáx, com melhora da força dos músculos inspiratórios, CVF e efetividade dos músculos expiratórios.OBJECTIVE: To determine whether inspiratory muscle training can increase strength and endurance of these muscles in quadriplegic patients. METHODS: Eight quadriplegic patients (7 males and 1 female with injury to the lower cervical spine (segments C4-C7 were submitted to inspiratory muscle training with a threshold inspiratory muscle trainer adjusted to 30% of MIP. The training sessions were carried out with the patients in a sitting position, 5 days a week for 8 weeks. Endurance time, MIP, MEP and FVC were determined at baseline, week 4 and week 8. RESULTS: In comparison with the mean baseline value

  17. Auditory responses in the amygdala to social vocalizations

    Science.gov (United States)

    Gadziola, Marie A.

    The underlying goal of this dissertation is to understand how the amygdala, a brain region involved in establishing the emotional significance of sensory input, contributes to the processing of complex sounds. The general hypothesis is that communication calls of big brown bats (Eptesicus fuscus) transmit relevant information about social context that is reflected in the activity of amygdalar neurons. The first specific aim analyzed social vocalizations emitted under a variety of behavioral contexts, and related vocalizations to an objective measure of internal physiological state by monitoring the heart rate of vocalizing bats. These experiments revealed a complex acoustic communication system among big brown bats in which acoustic cues and call structure signal the emotional state of a sender. The second specific aim characterized the responsiveness of single neurons in the basolateral amygdala to a range of social syllables. Neurons typically respond to the majority of tested syllables, but effectively discriminate among vocalizations by varying the response duration. This novel coding strategy underscores the importance of persistent firing in the general functioning of the amygdala. The third specific aim examined the influence of acoustic context by characterizing both the behavioral and neurophysiological responses to natural vocal sequences. Vocal sequences differentially modify the internal affective state of a listening bat, with lower aggression vocalizations evoking the greatest change in heart rate. Amygdalar neurons employ two different coding strategies: low background neurons respond selectively to very few stimuli, whereas high background neurons respond broadly to stimuli but demonstrate variation in response magnitude and timing. Neurons appear to discriminate the valence of stimuli, with aggression sequences evoking robust population-level responses across all sound levels. Further, vocal sequences show improved discrimination among stimuli

  18. A new measure of child vocal reciprocity in children with autism spectrum disorder.

    Science.gov (United States)

    Harbison, Amy L; Woynaroski, Tiffany G; Tapp, Jon; Wade, Joshua W; Warlaumont, Anne S; Yoder, Paul J

    2018-03-06

    Children's vocal development occurs in the context of reciprocal exchanges with a communication partner who models "speechlike" productions. We propose a new measure of child vocal reciprocity, which we define as the degree to which an adult vocal response increases the probability of an immediately following child vocal response. Vocal reciprocity is likely to be associated with the speechlikeness of vocal communication in young children with autism spectrum disorder (ASD). Two studies were conducted to test the utility of the new measure. The first used simulated vocal samples with randomly sequenced child and adult vocalizations to test the accuracy of the proposed index of child vocal reciprocity. The second was an empirical study of 21 children with ASD who were preverbal or in the early stages of language development. Daylong vocal samples collected in the natural environment were computer analyzed to derive the proposed index of child vocal reciprocity, which was highly stable when derived from two daylong vocal samples and was associated with speechlikeness of vocal communication. This association was significant even when controlling for chance probability of child vocalizations to adult vocal responses, probability of adult vocalizations, or probability of child vocalizations. A valid measure of children's vocal reciprocity might eventually improve our ability to predict which children are on track to develop useful speech and/or are most likely to respond to language intervention. A link to a free, publicly-available software program to derive the new measure of child vocal reciprocity is provided. Autism Res 2018. © 2018 International Society for Autism Research, Wiley Periodicals, Inc. Children and adults often engage in back-and-forth vocal exchanges. The extent to which they do so is believed to support children's early speech and language development. Two studies tested a new measure of child vocal reciprocity using computer-generated and real

  19. [Vocal care: question of prevention and health].

    Science.gov (United States)

    Guimarães, Valeriana de Castro; Viana, Maria Aparecida do Divino Espírito Santo Reis; Barbosa, Maria Alves; Paiva, Maria Luiza de Faria; Tavares, João Antonio Gomes; Camargo, Leandro Azevedo de

    2010-09-01

    Planned by Brazilian doctors, the National Week of the Voice (Semana Nacional da Voz) conquered the world due to the huge reached success. This study has the objective to demonstrate the results reached during the 9th National Week of the Voice (9ª Semana Nacional da Voz) that took place in the Hospital das Clínicas of the Federal University of Goiás. During the event, 125 patients had been selected by the phonoaudiology team and manually filled a questionnaire elaborated for the campaign in the validity of possible pharyngolaryngeal alterations. The patients had been examined by the otorhinolaryngologist using indirect laryngoscopy and, when necessary, submitted to videolaryngoscopy. After medical evaluation, it was observed that 52 people (41.6%) had presented alterations in the speech organs or in proximal regions, in one patient paralysis of left vocal fold was detected and one patient presented tumoral injury. Considering all the patients attended, only one presented malignant neoplasm (squamous cell carcinoma), confirmed later by biopsy.

  20. Facial biases on vocal perception and memory.

    Science.gov (United States)

    Boltz, Marilyn G

    2017-06-01

    Does a speaker's face influence the way their voice is heard and later remembered? This question was addressed through two experiments where in each, participants listened to middle-aged voices accompanied by faces that were either age-appropriate, younger or older than the voice or, as a control, no face at all. In Experiment 1, participants evaluated each voice on various acoustical dimensions and speaker characteristics. The results showed that facial displays influenced perception such that the same voice was heard differently depending on the age of the accompanying face. Experiment 2 further revealed that facial displays led to memory distortions that were age-congruent in nature. These findings illustrate that faces can activate certain social categories and preconceived stereotypes that then influence vocal and person perception in a corresponding fashion. Processes of face/voice integration are very similar to those of music/film, indicating that the two areas can mutually inform one another and perhaps, more generally, reflect a centralized mechanism of cross-sensory integration. Copyright © 2017 Elsevier B.V. All rights reserved.

  1. Automatic Transcription of Polyphonic Vocal Music

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrew McLeod

    2017-12-01

    Full Text Available This paper presents a method for automatic music transcription applied to audio recordings of a cappella performances with multiple singers. We propose a system for multi-pitch detection and voice assignment that integrates an acoustic and a music language model. The acoustic model performs spectrogram decomposition, extending probabilistic latent component analysis (PLCA using a six-dimensional dictionary with pre-extracted log-spectral templates. The music language model performs voice separation and assignment using hidden Markov models that apply musicological assumptions. By integrating the two models, the system is able to detect multiple concurrent pitches in polyphonic vocal music and assign each detected pitch to a specific voice type such as soprano, alto, tenor or bass (SATB. We compare our system against multiple baselines, achieving state-of-the-art results for both multi-pitch detection and voice assignment on a dataset of Bach chorales and another of barbershop quartets. We also present an additional evaluation of our system using varied pitch tolerance levels to investigate its performance at 20-cent pitch resolution.

  2. Finite element modelling of vocal tract changes after voice therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vampola T.

    2011-06-01

    Full Text Available Two 3D finite element (FE models were constructed, based on CT measurements of a subject phonating on [a:] before and after phonation into a tube. Acoustic analysis was performed by exciting the models with acoustic flow velocity at the vocal folds. The generated acoustic pressure of the response was computed in front of the mouth and inside the vocal tract for both FE models. Average amplitudes of the pressure oscillations inside the vocal tract and in front of the mouth were compared to display the cost-efficiency of sound energy transfer at different formant frequencies. The formants F1–F3 correspond to classical vibration modes also solvable by 1D vocal tract model. However, for higher formants, there occur more complicated transversal modes which require 3D modelling. A special attention is given to the higher frequency range (above 3.5 Hz where transversal modes exist between piriform sinuses and valleculae. Comparison of the pressure oscillation inside and outside the vocal tract showed that formants differ in their efficiency, F4 (at about 3.5 kHz, i.e. at the speaker’s or singer’s formant region being the most effective. The higher formants created a clear formant cluster around 4 kHz after the vocal exercise with the tube. Since the human ear is most sensitive to frequencies between 2 and 4 kHz concentration of sound energy in this frequency region (F4–F5 is effective for communication. The results suggest that exercising using phonation into tubes help in improving the vocal economy.

  3. Vocal handicap index in popular and erudite professional singers.

    Science.gov (United States)

    Loiola-Barreiro, Camila Miranda; Silva, Marta Assumpção de Andrada E

    To compare the voice handicap index of popular and erudite professional singers according to gender, age, professional experience time, and presence or absence of self-reported vocal complaints. One hundred thirty-two professional singers, 74 popular and 58 erudite, who responded to a questionnaire with regards to identification, age, gender, professional experience time in singing, musical genres (for popular singers), vocal classification (for erudite singers), presence of self-reported vocal complaints, and the specific protocols for popular (Modern Singing Handicap Index - MSHI) and erudite (Classical Singing Handicap Index - CSHI) singing. Higher proportion of women and higher incidence of vocal complaints were observed in the popular singers compared with the erudite singers. Most of the popular singers belonged to the genre of Brazilian Popular Music. Regarding the classification of erudite singers, there was greater participation of sopranos and tenors. No statistical differences were observed with respect to age and professional experience time between the groups. Comparison of the MSHI and CSHI scores showed no statistically significant difference between these scores and genre or age in both groups of singers. Professional experience time was related to the total score and the subscales disability and impairment in the MSHI, only for popular singers with vocal complaints. There was no correlation between these variables and the CSHI for erudite singers. The impact of vocal difficulty/problem interferes differently in these two musical genres when related to vocal complaint and professional experience time. The MSHI and CSHI protocols proved to be important tools not only for the identification of problems, but also for the understanding of how these individuals relate their voices with this occupational activity.

  4. Simulated Reflux Decreases Vocal Fold Epithelial Barrier Resistance

    Science.gov (United States)

    Erickson, Elizabeth; Sivasankar, Mahalakshmi

    2010-01-01

    Objectives/Hypothesis The vocal fold epithelium provides a barrier to the entry of inhaled and systemic challenges. However, the location of the epithelium makes it vulnerable to damage. Past research suggests, but does not directly demonstrate, that exposure to gastric reflux adversely affects the function of the epithelial barrier. Understanding the nature of reflux-induced epithelial barrier dysfunction is necessary to better recognize the mechanisms for vocal fold susceptibility to this disease. Therefore, we examined the effects of physiologically relevant reflux challenges on vocal fold transepithelial resistance and gross epithelial and subepithelial appearance. Study Design Ex vivo, mixed design with between-group and repeated-measures analyses. Methods Healthy, native porcine vocal folds (N = 52) were exposed to physiologically relevant acidic pepsin, acid-only, or pepsin-only challenges and examined with electrophysiology and light microscopy. For all challenges, vocal folds exposed to a neutral pH served as control. Results Acidic pepsin and acid-only challenges, but not pepsin-only or control challenges significantly reduced transepithelial resistance within 30 minutes. Reductions in transepithelial resistance were irreversible. Challenge exposure produced minimal gross changes in vocal fold epithelial or subepithelial appearance as evidenced by light microscopy. Conclusions These findings demonstrate that acidic environments characteristic of gastric reflux compromise epithelial barrier function without gross structural changes. In healthy, native vocal folds, reductions in transepithelial resistance could reflect reflux-related epithelial disruption. These results might guide the development of pharmacologic and therapeutic recommendations for patients with reflux, such as continued acid-suppression therapy and patient antireflux behavioral education. PMID:20564752

  5. Acoustic, respiratory kinematic and electromyographic effects of vocal training

    Science.gov (United States)

    Mendes, Ana Paula De Brito Garcia

    The longitudinal effects of vocal training on the respiratory, phonatory and articulatory systems were investigated in this study. During four semesters, fourteen voice major students were recorded while speaking and singing. Acoustic, temporal, respiratory kinematic and electromyographic parameters were measured to determine changes in the three systems as a function of vocal training. Acoustic measures of the speaking voice included fundamental frequency, sound pressure level (SPL), percent jitter and shimmer, and harmonic-to-noise ratio. Temporal measures included duration of sentences, diphthongs and the closure durations of stop consonants. Acoustic measures of the singing voice included fundamental frequency and sound pressure level of the phonational range, vibrato pulses per second, vibrato amplitude variation and the presence of the singer's formant. Analysis of the data revealed that vocal training had a significant effect on the singing voice. Fundamental frequency and SPL of the 90% level and 90--10% of the phonational range increased significantly during four semesters of vocal training. Physiological data was collected from four subjects during three semesters of vocal training. Respiratory kinematic measures included lung volume, rib cage and abdominal excursions extracted from spoken sung samples. Descriptive statistics revealed that rib cage and abdominal excursions increased from the 1st to the 2nd semester and decrease from the 2nd to the 3rd semester of vocal training. Electromyographic measures of the pectoralis major, rectus abdominis and external obliques muscles revealed that burst duration means decreased from the 1st to the 2nd semester and increased from the 2nd to the 3rd semester. Peak amplitude means increased from the 1st to the 2nd and decreased from the 2nd to the 3rd semester of vocal training. Chest wall excursions and muscle force generation of the three muscles increased as the demanding level and the length of the phonatory

  6. Resting-associated vocalization