WorldWideScience

Sample records for em solos tratados

  1. Solubilidade de metais pesados em solos tratados com lodo de esgoto enriquecido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. Oliveira

    2003-02-01

    Full Text Available Os lodos de esgoto são materiais orgânicos ricos em nutrientes com potencial para o uso agrícola. A utilização desses materiais, no entanto, pode ser limitada pela presença de metais pesados na sua composição. Esta pesquisa teve por objetivos: (a avaliar a solubilidade de Cd, Pb e Zn em dois tipos de solos tratados com lodo de esgoto enriquecido com esses metais; (b verificar o efeito do tempo de contato nas mudanças da distribuição de Cd, Pb e Zn nas diferentes formas químicas de dois solos tratados com lodo de esgoto enriquecido com esses metais; (c verificar a influência das frações inorgânicas e orgânicas do lodo na dinâmica destes metais no solo. O enriquecimento do lodo de esgoto consistiu em adicionar Cd, Pb e Zn a um lodo de esgoto urbano produzido na Estação de Tratamento da Ilha do Governador (ETIG, Rio de Janeiro (RJ. Após 20 dias de incubação, sob umidade constante (50 % g g-1, o lodo enriquecido foi utilizado para a instalação de experimentos em amostras de duas classes de solos: Latossolo Vermelho-Amarelo (LV e Argissolo Vermelho-Amarelo (PV. Em laboratório, as amostras dos solos foram incubadas com quantidades equivalentes a 0; 20; 40 e 80 t ha-1 de lodo de esgoto enriquecido. Nos tempos de contato solo-lodo enriquecido de 4, 12, 16, 24 e 160 semanas, amostras de solos foram retiradas e submetidas à extração seqüencial de Cd, Pb e Zn. Observou-se, através da extração seqüencial, que compostos orgânicos solúveis formaram complexos, principalmente com cádmio e zinco, mantendo teores elevados destes elementos associados à fração solúvel em água durante todo o período experimental. A incorporação de compostos inorgânicos de Fe e Mn, através do lodo de esgoto, permitiu que o Cd, Pb e Zn se ligassem em sua maior parte, à fração extraível com hidroxilamina. Com o tempo de incubação, observou-se decréscimo dessa fração com aumento da fração residual, indicando decréscimo na

  2. Lixiviação de metais pesados em solos tratados com lodo de esgoto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. I. Bertoncini

    1999-09-01

    Full Text Available Foi realizado um experimento em tubos de percolação, utilizando-se três solos, classificados como Areia Quartzosa (AQ, Latossolo Vermelho-Amarelo (LV e Latossolo Vermelho-Escuro (LE, aos quais foram incorporadas sucessivas quantidades de lodo de esgoto, totalizando uma dose correspondente a 156,0 t ha-1 (base seca, num período de incubação de 310 dias. Após este período, os solos foram tratados com água ou com soluções de sais (KCl 0,9 mol L-1; KNO3 0,9 mol L-1; K2SO4 0,3 mol L-1 e Ca(NO32 0,3 mol L-1, adicionadas em quantidade correspondente a quatro vezes a capacidade de retenção de água dos solos. No líquido percolado pela passagem das soluções salinas, foram determinadas as quantidades de Cd, Cr, Cu, Ni e Zn presentes e, no percolado obtido com a passagem de água, além dos metais anteriormente citados, foram determinadas também as quantidades de Ca2+ e Mg2+. Os resultados permitiram observar que a adição de KCl provocou o arraste de 5% do Cd adicionado via lodo aos solos LV e LE; para os outros sais utilizados e para a água, esse arraste nunca foi superior a 2% do metal pesado adicionado via lodo. A retenção de Cd, Cu, Cr e Ni aumentou com a elevação dos teores de óxidos de Fe e Al presentes nos solos. Os elevados valores de pH e o aumento no teor de matéria orgânica proporcionado pela adição de lodo refletiram também na menor mobilidade dos metais. Os sais KCl e K2SO4 aumentaram a mobilidade de alguns dos metais estudados.

  3. Lixiviação de íons inorgânicos em solos repetidamente tratados com biossólido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. R. M. Anjos

    2000-12-01

    Full Text Available A lixiviação de nitratos e dos metais K, Ca, Mg, Cd, Cu, Cr, Ni, Pb e Zn, em solos repetidamente tratados com biossólido, foi avaliada num experimento em vasos, segundo um delineamento em blocos ao acaso, com quatro tratamentos e quatro repetições, subdividindo as parcelas em aplicações. A adição de biossólidos foi feita aos vasos com capacidade para 0,5 m³ de terra, que continham Latossolo Amarelo distrófico (LAd e Latossolo Vermelho distrófico (LVd, a cada dois meses, num total de 388 Mg ha-1. Após a aplicação do resíduo, foi feita sua incorporação na camada de 0-0,20 m do solo contido nos vasos. As aplicações de biossólidos foram sempre precedidas de amostragem de solo. Toda a água drenada através dos vasos, oriunda da precipitação atmosférica, num período de 12 meses, foi quantificada e amostrada para determinação do teor dos metais presentes, enquanto o teor de NO3- foi determinado apenas nas amostras coletadas após a primeira e a última aplicação do biossólido. As repetidas aplicações de biossólidos, em doses médias de 78 Mg ha-1, proporcionaram aumento da condutividade elétrica dos solos e das quantidades lixiviadas, pela ordem, de K > Mg > Ca. A quantidade de N-NO3- lixiviada atingiu valores de até 96 mg L-1, o que indica que a quantidade de biossólido a ser aplicada no solo agrícola depende do teor de N contido no resíduo. Não foi observada lixiviação de metais pesados, o que demonstra o poder de acumulação desses metais nos Latossolos utilizados.

  4. Carbono, nitrogênio, fósforo e enxofre em solos tratados com composto de lixo urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. H. Abreu Junior

    2002-09-01

    Full Text Available Foram estudados os efeitos da aplicação de composto de lixo urbano, proveniente da usina de compostagem São Matheus da cidade de São Paulo, na dose de 30 g dm-3 (60 t ha-1, na presença e ausência de calcário dolomítico e adubos minerais, sobre os teores de carbono orgânico, de nitrogênio total e de fósforo e enxofre disponíveis de 21 solos ácidos e cinco solos alcalinos, onde o calcário foi substituído por gesso. O experimento foi realizado em condições de casa de vegetação com os solos nas parcelas em blocos ao acaso, com três repetições e os tratamentos em subparcelas. O acúmulo de matéria orgânica, em virtude da aplicação do composto, foi evidente em solos com teores iniciais de carbono orgânico > 12 g dm-3 e de nitrogênio > 1,3 g dm-3, porém com relação C/N < 12. Nos demais solos, o acúmulo foi decorrente da interação entre a estabilidade da matéria orgânica do composto, da matéria orgânica nativa e as propriedades físicas e químicas dos solos. A aplicação do composto aumentou os teores de nitrogênio total e de enxofre disponível em todos os solos, porém o fósforo disponível somente foi aumentado nos solos ácidos. A aplicação do composto de lixo urbano como fertilizante orgânico é viável, porém seus efeitos sobre as propriedades químicas do solo devem ser monitorados.

  5. Características químicas do solo sob algodoeiro em área que recebeu água residuária da suinocultura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Salomão de Sousa Medeiros

    2011-06-01

    Full Text Available A crescente geração de efluentes líquidos e o seu lançamento no meio ambiente tem-se constituído numa preocupação mundial devido aos impactos negativos gerados. O objetivo deste trabalho foi avaliar os possíveis impactos da aplicação do efluente proveniente da suinocultura, após seu tratamento, nos atributos químicos do solo, em área cultivada com algodão. O experimento foi realizado no Perímetro Irrigado Formoso, no município de Bom Jesus da Lapa, BA, em área experimental da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba - CODEVASF. Foram testados cinco tratamentos: MC - manejo convencional = água de "boa qualidade" + adubação química; ET100 = 100 % de efluente tratado; ET75:25 = 75 % de efluente tratado + 25 % de água boa; ET50:50 = 50 % de efluente tratado + 50 % de água boa; ET25:75 = 25 % de efluente tratado + 75 % de água boa. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições. Os atributos químicos do solo avaliados foram: pH, condutividade elétrica, teores de N, P, K, Ca, Mg, Na, Zn, Fe, Mn e Cu. Em geral, quanto aos atributos químicos do solo, a adoção do manejo com efluente tratado apresentou resultados semelhantes aos obtidos com o MC, favorecendo a melhoria da fertilidade do solo e constituindo-se em uma fonte alternativa de fertilização de baixo custo. O efluente tratado, independentemente do fator de diluição, também demonstrou ser uma fonte alternativa de água.

  6. Heavy metals extractability in a soil amended with sewage sludge Extractabilidade de metais pesados em um solo tratado com lodo de esgoto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giuliano Marchi

    2009-10-01

    Full Text Available Few investigations have been carried out about the comparison of desorption rate and amount of heavy metals extracted successively by organic acid mixtures mimicking the rhizosphere and routine extractants in sewage sludge-amended soils. Extractions of Zn, Cd, Ni, Cr, and Cu were performed in samples of a sewage sludge-amended soil using seven extractants: four organic acid mixtures and three routine extractants (DTPA, Mehlich-I, and ammonium acetate. Results from single pass extractions, in which the extractable metal contents were determined by simply extracting the soil a single time, as well as from 15 successive extractions, in which the solid residues of the first extraction was successively extracted 14 additional times, of heavy metals were analyzed. The extractability of heavy metals in a single pass extraction was, in general, as follows: Mehlich-I > DTPA > organic acids > NH4OAc. The highest rates of extraction followed the general order: DTPA > Mehlich-I > organic acids > NH4OAc. While Mehlich-I presented the highest extractability of heavy metals among studied extractants, DTPA showed a high extractability of Zn, Cd, Ni, and Cu in a single extraction as well as the highest rates of extraction among the studied extractants. The transfer of heavy metals from soil to organic acid solutions is slower than to DTPA and Mehlich-I extractants.Poucos trabalhos têm sido realizados sobre a comparação da taxa de dessorção e da quantidade de metais extraídos sucessivamente por misturas de ácidos orgânicos que imitam a composição da rizosfera e por extratores usados na rotina em amostras de solo tratado com lodo de esgoto. Extrações de Zn, Cd, Ni, Cr e Cu foram realizadas em amostras de um solo de carga variável tratado com lodo de esgoto usando-se sete extratores: quatro misturas com ácidos orgânicos e três extratores usados na rotina (DTPA, Mehlich-I e acetato de amônio. Os resultados para uma única extração, em que o conte

  7. Mobilidade de metais pesados em solo tratado com resíduo siderúrgico ácido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N. M. B. Amaral Sobrinho

    1998-06-01

    Full Text Available Amostras do horizonte Bt de um Podzólico Vermelho-Amarelo (PV, predominante no aterro-piloto de resíduos industriais (ARSI da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN, foram acondicionadas, em 1992, em colunas de vidro com 5,4 cm de diâmetro e 37 cm de altura. Sobre essas amostras de solo foram colocadas amostras de um resíduo ácido da CSN na proporção solo-resíduo de 4:1 (conforme a concepção básica do projeto do ARSI. Tal sistema resíduo-solo foi lixiviado com 50 volumes-poro de água deionizada, com pH 4,5, com o objetivo de avaliar a movimentação de Cr, Mn, Ni, Cu, Zn, Cd e Pb nas colunas. Depois da lixiviação, removeu-se o resíduo do topo das colunas, e seccionaram-se as amostras de solo em 4 partes iguais. Os metais pesados das amostras do resíduo e do solo foram extraídos seqüencialmente. 0 Pb, Cu e Cr mobilizados do resíduo ficaram retidos nos primeiros 5 cm da coluna de solo. 0 Zn, Mn, Ni e Cd tiveram aumento da concentração em profundidade. Nos efluentes das colunas com o resíduo, foram observadas concentrações de Mn e Ni bem superiores aos padrões permitidos pela Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente (FEEMA, 1985.

  8. Extratores de fósforo em solos da Amazônia tratados com fertilizantes fosfatados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. C. Brasil

    1997-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a disponibilidade de fósforo em amostras de solos representativos da Amazônia, desenvolveu-se um experimento em casa de vegetação do Centro de Energia Nuclear na Agricultura, Piracicaba (SP, de outubro de 1993 a março de 1994, utilizando-se amostras da camada superficial de cinco solos (LA-médio, LA-argiloso, LA-muito argiloso, PV-argiloso e PV-muito argiloso. Foram usados, como fontes de P, superfosfato triplo, termofosfato yoorin em pó, termofosfato yoorin semi-acabado e fosfato natural da Carolina do Norte, nas doses de P equivalentes a 0, 40, 80 e 120 mg kg-1 de solo. Caupi e arroz foram usados como plantas-testes, e os resultados de produção de matéria seca e de P acumulado na parte aérea foram correlacionados com os de teores de P nas amostras de cada solo. A extração de P foi efetuada por meio dos métodos da resina trocadora de ânions, Mehlich-1, Mehlich-3 e Bray-I. Os resultados obtidos demonstraram que o extrator Mehlich-1 extraiu grandes quantidades de fósforo nos tratamentos com fosfato natural da Carolina do Norte. Independentemente da fonte de fósforo utilizada, o extrator Mehlich-3 apresentou as melhores correlações com o caupi e o arroz. Os extratores Mehlich-3 e Bray-I apresentaram maior sensibilidade às variações de solo. O extrator Mehlich-3 mostrou-se adequado na avaliação da disponibilidade de fósforo para as plantas, em diferentes condições de solos e fontes de fósforo.

  9. Alteração nas características físicas do solo decorrentes da aplicação de esgoto doméstico tratado - 10.4025/actascitechnol.v32i4.5349

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Alberto Alves de Souza

    2010-12-01

    Full Text Available Neste trabalho, teve-se como objetivo estudar a alteração nas características físicas do solo decorrentes da aplicação de esgoto doméstico tratado. O experimento foi montado no delineamento em blocos casualizados (DBC com três repetições. O solo da área experimental é Cambissolo; o relevo é acidentado; o clima é Cwb com verões chuvosos e invernos frios e secos; as aplicações da água doce e do esgoto doméstico tratado foram feitas via sistema de irrigação por gotejamento. Os seguintes tratamentos foram usados: T - solo sem irrigação; MC - solo com aplicação de água doce e MR - solo com aplicação de esgoto doméstico tratado. Amostras de solo foram coletadas nas camadas de 0 a 0,20; 0,20 a 0,40 e 0,40 a 0,60 m para análises físicas (massa específica do solo, microporosidade, macroporosidade, capacidade de campo, ponto de murcha permanente e condutividade hidráulica. Os resultados comprovaram que MC e MR aumentaram a massa específica, a microporosidade e a capacidade de campo e que diminuíram a macroporosidade e a condutividade hidráulica do solo em relação à T.

  10. Water-dispersible clay in soils treated with sewage sludge Argila dispersa em água em solos tratados com lodo de esgoto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Tavares Filho

    2010-10-01

    Full Text Available A by-product of Wastewater Treatment Stations is sewage sludge. By treatment and processing, the sludge is made suitable for rational and environmentally safe use in agriculture. The aim of this study was to assess the influence of different doses of limed sewage sludge (50 % on clay dispersion in soil samples with different textures (clayey and medium. The study was conducted with soil samples collected from native forest, on a Red Latosol (Brazilian classification: Latossolo Vermelho distroférrico loamy soil in Londrina (PR and a Red-Yellow Latosol (BC: Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico medium texture soil in Jaguapitã (PR. Pots were filled with 3 kg of air-dried fine earth and kept in greenhouse. The experiment was arranged in a randomized block design with six treatments: T1 control, and treatments with limed sewage sludge (50 % as follows: T2 (3 t ha-1, T3 (6 t ha-1, T4 (12 t ha-1, T5 (24 t ha-1 and T6 (48 t ha-1 and five replications. The incubation time was 180 days. At the end of this period, the pots were opened and two sub-samples per treatment collected to determine pH-H2O, pH KCl (1 mol L-1, organic matter content, water-dispersible clay, ΔpH (pH KCl - pH-H2O and estimated PZC (point of zero charge: PZC = 2 pH KCl - pH-H2O, as well as the mineralogy of the clay fraction, determined by X ray diffraction. The results showed no significant difference in the average values for water-dispersible clay between the control and the other treatments for the two soil samples studied and ΔpH was the variable that correlated best with water-dispersible clay in both soils.As Estações de Tratamento de Esgoto Sanitário (ETES geram um subproduto (lodo de esgoto que, quando tratado e processado, adquire características que permitem sua utilização agrícola de maneira racional e ambientalmente segura. Este trabalho objetivou avaliar a influência de diferentes doses de lodo de esgoto caleado (50 % na dispersão de argilas em amostras de

  11. Degradação e adsorção de diuron em solos tratados com vinhaça

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. Prata

    2000-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da adição de vinhaça, nas doses de 100 e 200 m³ ha-1, nos processos de degradação e adsorção do herbicida diuron em solos Terra Roxa Estruturada (TR e Latossolo Vermelho-Amarelo (LV. Para o estudo da degradação, foi instalado um experimento em delineamento inteiramente casualizado, arranjado em fatorial 2 (solos x 3 (vinhaça: 0, 100 e 200 m³ ha-1, que foi conduzido por 120 dias. A mineralização foi avaliada por radiorrespirometria. Após os 120 dias, a molécula original e seus metabólitos foram extraídos do solo e detectados em "radio-scanner". Paralelamente, foi realizado um ensaio para avaliação do efeito das doses de vinhaça juntamente com o herbicida na atividade microbiana, pH e C orgânico do solo. O experimento de adsorção foi realizado com os mesmos tratamentos empregados no estudo de degradação, utilizando cinco concentrações do herbicida. A degradação do diuron no solo TR foi maior na presença de vinhaça, o que não foi observado para o LV. A adição do resíduo contribuiu para o aumento da atividade microbiana e do pH. A adsorção do diuron foi baixa nos dois solos, não apresentando influência da adição da vinhaça.

  12. CRESCIMENTO DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM SOLO SALINO-SÓDICO TRATADO COM ÁCIDO SULFÚRICO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivaldo Vital dos Santos

    1998-08-01

    Full Text Available RESUMO O trabalho foi conduzido em casa-de-vegetação, com o objetivo de se avaliar a tolerância de mudas de espécies arbóreas cultivadas em solo salino-sódico. O solo, após seco, destorroado, peneirado e homogeneizado, foi colocado em vasos com capacidade para 2U. O experimento envolveu 5 espécies, 2 tratamentos de corretivo e 3 repetições, totalizando 30 vasos e os tratamentos corresponderam à omissão e presença de ácido sulfúrico (2,4ml.vaso-1. As espécies cultivadas foram: algaroba (Prosopis juliflora, leucena (Leucaena leucocephala, sabiá (Mimosa caesalpiniifolia, jucá (Caesalpinia ferrea e tamboril (Enterolobium contorsiliquum. Após 50 dias da germinação constatou-se que a algaroba e o tamboril apresentaram maior crescimento da parte aérea e que a aplicação do ácido sulfúrico no solo acentuou tal resultado.

  13. Crescimento inicial de arbóreas nativas em solo salino-sódico do nordeste brasileiro tratado com corretivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Vanies da Silva Sá

    2013-06-01

    Full Text Available O excesso de sais e de sódio no solo é um dos fatores que mais contribuem para a degradação química dos solos de perímetros irrigados, em regiões áridas e semiáridas. Por essa razão, objetivou-se, com este trabalho, avaliar o efeito de corretivos, na recuperação de um solo degradado por excesso de sais e sódio, e o crescimento inicial de cinco arbóreas nativas do bioma Caatinga, em solo salino-sódico. Dois experimentos foram conduzidos, em casa de vegetação, no CCTA/UFCG, utilizando-se amostras de um solo salino-sódico. O primeiro experimento constou de cinco tratamentos de correção do solo: sem corretivo, gesso agrícola na dose de 100% da necessidade de gesso (NG, gesso agrícola na dose de 50% NG mais matéria orgânica (MO, enxofre elementar (S na dose de 100% NG e S na dose de 50% NG + MO, com 15 repetições. No segundo experimento, os tratamentos foram constituídos por um esquema fatorial 5 x 5, sendo cinco espécies arbóreas: tamboril (Enterolobium contortisiliquum, sabiá (Mimosa caelsalpiniifolia, jurema-preta (Mimosa tenuiflora, craibeira (Tabebuia aurea e pereiro (Aspidosperma pyrifolium e cinco tratamentos referentes à correção do solo do primeiro experimento, com três repetições. A aplicação de gesso agrícola ou S com ou sem MO melhorou quimicamente o solo salino-sódico estudado, especialmente diminuindo a PST. Estes tratamentos proporcionaram incrementos no crescimento e acúmulo de massa de matéria seca das espécies arbóreas, principalmente jurema-preta, sabiá e tamboril, e diminuíram o estresse provocado pelo solo salino-sódico sobre as plantas, aumentando a taxa fotossintética.

  14. Extratores para avaliação da disponibilidade de metais pesados em solos adubados com vermicomposto de lixo urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mantovani José Ricardo

    2004-01-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram selecionar extratores químicos para avaliação da disponibilidade de metais pesados em solos tratados com vermicomposto de lixo urbano e calcário, e verificar os efeitos destes insumos nos teores disponíveis de metais pesados em solos. Foram realizados dois ensaios em casa de vegetação. Em um deles, foi usado um Latossolo Vermelho distroférrico e, no outro, um Argissolo Vermelho-Amarelo eutrófico, e, em ambos, a alface foi utilizada como planta-teste. O delineamento experimental de cada experimento foi em blocos ao acaso, em esquema fatorial 5x5, com quatro repetições, combinando-se doses de corretivos da acidez para elevar a saturação por bases a 40%, 50%, 60%, 70% e 80%, e o equivalente a 0, 25, 50, 75 e 100 t ha-1 de vermicomposto. Os extratores DTPA e Mehlich 3 detectam aumento nos teores de Ni, Pb, Cu e Zn em solos argiloso e arenoso adubados com vermicomposto de lixo urbano. O DTPA é mais eficiente que os extratores Mehlich 1 e Mehlich 3 na avaliação das alterações nos teores disponíveis dos metais pesados provocadas pelas mudanças no pH no solo argiloso. O Mn é o único elemento cuja disponibilidade é avaliada eficientemente tanto no solo argiloso como no arenoso, pelo DTPA.

  15. Modelling the risk of nitrate leaching from two soils amended with five different biosolids Modelagem do risco de lixiviação de nitrato em dois solos tratados com cinco diferentes biossólidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Studart Corrêa

    2005-07-01

    Full Text Available High N concentrations in biosolids are one of the strongest reasons for their agricultural use. However, it is essential to understand the fate of N in soils treated with biosolids for both plant nutrition and managing the environmental risk of NO3--N leaching. This work aimed at evaluating the risk of NO3--N leaching from a Spodosol and an Oxisol, each one treated with 0.5-8.0 dry Mg ha-1 of fresh tertiary sewage sludge, composted biosolids, limed biosolids, heat-dried biosolids and solar-irradiated biosolids. Results indicated that under similar application rates NO3--N accumulated up to three times more in the 20 cm topsoil of the Oxisol than the Spodosol. However, a higher water content held at field capacity in the Oxisol compensated for the greater nitrate concentrations. A 20 % NO3--N loss from the root zone in the amended Oxisol could be expected. Depending on the biosolids type, 42 to 76 % of the NO3--N accumulated in the Spodosol could be expected to leach down from the amended 20 cm topsoil. NO3--N expected to leach from the Spodosol ranged from 0.8 (composted sludge to 3.5 times (limed sludge the amounts leaching from the Oxisol treated alike. Nevertheless, the risk of NO3--N groundwater contamination as a result of a single biosolids land application at 0.5-8.0 dry Mg ha-1 could be considered low.Concentrações altas de nitrogênio (N em biossólidos são uma das maiores razões para a utilização agronômica deles. Entretanto, é essencial entender o destino do N em solos tratados com biossólidos, tanto por motivos de nutrição vegetal quanto para manejar o risco ambiental representado pela lixiviação de nitrato. Este trabalho teve como objetivo avaliar o risco de lixiviação de nitrato em um Espodossolo e em um Latossolo, cada um tratado com doses de 0,5 a 8,0 Mg ha-1 de biossólido fresco, biossólido compostado, biossólido caleado, biossólido seco a calor e biossólido irradiado por sol. Os resultados mostraram que

  16. PROCESSOS HIDRO-EROSIVOS EM SOLOS DEGRADADOS EM RELEVO DE BAIXA DECLIVIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo dos Santos Pereira

    2016-06-01

    Full Text Available Muitas pesquisas conferem maior peso na alta declividade do terreno como fator decisivo no processo hidro-erosivo. Porém, foi avaliado que baixas declividades (~4º já são suficientes para se iniciar o escoamento superficial. A pesquisa teve como objetivo fazer uma caracterização físico-química de solo degradado, monitorar o seu potencial matricial e o processo de formação de escoamento em uma sub-bacia do rio Maranduba - Ubatuba/SP, em encosta com baixa declividade. O trabalho se baseou na instalação de parcelas de erosão em solo sem cobertura vegetal para analisar as perdas de solo e água, bem como as propriedades físicas e químicas do solo (Porosidade, textura, densidade, pH e matéria orgânica. As parcelas se localizam na parte intermediária de um morrote com encosta retilínea, esse sofreu alteração em sua morfologia original por meio de um corte de encosta (UTM: 0474211/7395934.  O solo do local é um Latossolo que apresenta o horizonte B exposto. Cerca de 6,9 t/ha de solo foram perdidos durante o monitoramento (01 agosto 2013-20 dezembro 2014 e mais de 5.354,7 m3 de água foram escoados superficialmente. Salienta-se a fragilidade dos ambientes degradados de baixa declividade frente às altas taxas de perdas de solo e água, que, no período de 17 meses de monitoramento e com chuvas dentro da normalidade para o município, totalizaram 63 dias com ocorrências de escoamento, em solos que tendem à saturação por períodos prolongados. Portanto, o transporte das partículas de solo superficialmente está atrelado à baixa drenagem do terreno e à perda da resistência do solo, corroborando em períodos longos de umidade antecedente, sendo este um dos fatores decisivos para se iniciar o escoamento superficial.

  17. Aplicação do método de mineralização de nitrogênio com lixiviação para solo tratado com lodo de esgoto e composto orgânico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sarah Mello Leite Moretti

    2013-06-01

    Full Text Available A determinação da taxa de mineralização de nitrogênio (N em solos tratados com resíduos é fundamental para definir as doses a serem aplicadas, fornecendo N às plantas na época adequada, sem perdas do elemento por lixiviação. Inúmeros estudos em solos tratados com resíduos utilizam o teste de mineralização de N sem lixiviação e a caracterização das formas mineralizadas pelo método volumétrico. Em razão da deficiente repetibilidade do teste e da baixa sensibilidade do método de determinação observada em estudos com lodo de esgoto e composto orgânico, adotaram-se o método pouco difundido de mineralização de N com lixiviação e a especificação das formas minerais de N, por meio de métodos espectrofotométricos. O teste foi realizado em colunas de PVC, com 30 mm de diâmetro, preenchidas com terra retirada da camada 0,20 m de um solo classificado como Nitossolo Háplico, álico, argiloso, misturada às seguintes doses de resíduos, em Mg ha-1 (base úmida: lodo de esgoto - L1: 3,6; L2: 7,2; e L3: 14,4; e composto de lodo de esgoto e material vegetal triturado proveniente da poda de árvores urbanas - C1: 7,2; C2: 14,4; e C3: 28,8. As colunas foram incubadas e lixiviadas periodicamente com solução 0,01 mol L-1 KCl e as formas minerais de N determinadas colorimetricamente. Maiores taxas de mineralização ocorreram nas menores doses aplicadas de lodo e composto, evidenciando efeito priming, indesejado à fertilidade de solos sob condições tropicais. Menores taxas ocorreram nas doses L2 e C2, com valores próximos àqueles sugeridos pela legislação, não suprindo a demanda de N almejada, indicando possível necessidade de revisão na norma vigente. De modo geral, as taxas de mineralização foram maiores para o composto orgânico, enquanto a velocidade de degradação do composto orgânico foi menor que para o lodo, revelando maior distribuição da disponibilidade de N para a cultura ao longo do tempo. O m

  18. Características químicas do solo sob algodoeiro em área que recebeu água residuária da suinocultura Chemical soil properties under cotton using swine wastewater

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Salomão de Sousa Medeiros

    2011-06-01

    Full Text Available A crescente geração de efluentes líquidos e o seu lançamento no meio ambiente tem-se constituído numa preocupação mundial devido aos impactos negativos gerados. O objetivo deste trabalho foi avaliar os possíveis impactos da aplicação do efluente proveniente da suinocultura, após seu tratamento, nos atributos químicos do solo, em área cultivada com algodão. O experimento foi realizado no Perímetro Irrigado Formoso, no município de Bom Jesus da Lapa, BA, em área experimental da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba - CODEVASF. Foram testados cinco tratamentos: MC - manejo convencional = água de "boa qualidade" + adubação química; ET100 = 100 % de efluente tratado; ET75:25 = 75 % de efluente tratado + 25 % de água boa; ET50:50 = 50 % de efluente tratado + 50 % de água boa; ET25:75 = 25 % de efluente tratado + 75 % de água boa. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições. Os atributos químicos do solo avaliados foram: pH, condutividade elétrica, teores de N, P, K, Ca, Mg, Na, Zn, Fe, Mn e Cu. Em geral, quanto aos atributos químicos do solo, a adoção do manejo com efluente tratado apresentou resultados semelhantes aos obtidos com o MC, favorecendo a melhoria da fertilidade do solo e constituindo-se em uma fonte alternativa de fertilização de baixo custo. O efluente tratado, independentemente do fator de diluição, também demonstrou ser uma fonte alternativa de água.The negative impacts of the increasing volume of wastewater and of its discharge into the environment have become a worldwide concern. This study assessed the potential impacts of using treated effluent from pig raising for cotton irrigation, to evaluate their effects on soil chemical properties, and compare the results with those under conventional management. The experiment was conducted in an experimental area of the Company for the Development of the San Francisco and Parnaíba valleys

  19. Biodiversidade do solo em ecossistemas brasileiros

    NARCIS (Netherlands)

    Moreira, F.M.S.; Siqueira, J.O.; Brussaard, L.

    2008-01-01

    Biodiversidade do Solo em Ecossistemas Brasileiros R,00 O solo é considerado o ecossistema mais complexo e dinâmico do planeta, cuja heterogeneidade de habitats, que varia na escala de nanômetros até quilômetros, abriga enorme biodiversidade que desempenha papel essencial para a continuida¬de dos

  20. Oxidação do enxofre elementar em solos tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Horowitz Nelson

    2006-01-01

    Full Text Available O uso de fertilizantes que contêm baixos teores de enxofre (S, em solos com baixos teores de matéria orgânica, pode resultar em limitação desse nutriente para as culturas. O uso do S-elementar como fertilizante, isoladamente ou associado a fórmulas comerciais, pode reduzir os custos de adubação em solos deficientes de S. Os objetivos deste estudo foram: a verificar se, em dois solos tropicais, ocorre oxidação de S-elementar; b avaliar se o período de incubação de seis dias sugerido por Janzen & Bettany (1987a é adequado para estimar a oxidação do S-elementar e c medir o efeito da oxidação do S-elementar sobre o pH do solo. Para isso, foi realizado um experimento com amostras de um ARGISSOLO VERMELHO AMARELO eutrófico abruptíco e de um LATOSSOLO VERMELHO DISTRÓFICO típico. As amostras dos dois solos foram incubadas com seis doses de enxofre (0, 1,5, 3,0, 6,0 9,0 e 12g de So kg-1 de solo por períodos entre 0 e 70 dias. A incubação foi feita em estufa, a uma temperatura de 27o + 1o C. Ambos os solos tiveram capacidade para oxidar o S-elementar para S-sulfato, forma disponível à planta. No argissolo, o teor de S-sulfato resultante da oxidação do S-elementar foi 563mg dm-3 de solo, enquanto que, no latossolo, foi de 207mg dm-3 de solo, indicando capacidade diferenciada de ambos para oxidar o S-elementar. Em ambos os solos houve diminuição do pH, sendo mais acentuada para o argissolo. O período de incubação para avaliação da oxidação do S-elementar de seis dias sugerido por Janzen & Bettany (1987a parece ser insuficiente.

  1. Utilização de efluente tratado em complexo industrial automotivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandro Carlos Pohl

    Full Text Available RESUMO Neste trabalho, realizaram-se modificações nos sistemas produtivo e de tratamento de efluentes em um complexo industrial automotivo a fim de possibilitar a utilização do efluente tratado no sistema de torres de resfriamento. Inicialmente, realizou-se um balanço hídrico nos processos industriais para determinar o consumo de água e analisou-se a qualidade do efluente tratado quanto aos parâmetros físico-químicos em dois pontos do sistema de tratamento de efluentes: no decantador secundário (P1 do tratamento físico-químico e na saída da lagoa de polimento (P2. Essas análises mostraram que o efluente tratado no decantador secundário não tem capacidade de atender às especificações da água de circulação das torres de resfriamento sem a realização de muitas alterações em seu tratamento, optando-se pela utilização do efluente tratado na saída da lagoa de polimento após modificações, como: alteração na concentração de ácido fosfórico e de ácido nítrico da solução de limpeza dos tanques de fosfatização, elevação em 50% da capacidade de aeração da lagoa aerada e troca do coagulante sulfato de alumínio pelo cloreto férrico no tratamento físico-químico. Assim, os parâmetros do efluente tratado na lagoa de polimento aproximaram-se aos parâmetros especificados para água de torres de resfriamento. A introdução desse efluente na proporção de 40% do volume da água de circulação na torre de resfriamento resultou em elevação do ciclo de dureza e redução no ciclo de sílica. A utilização de um filtro abrandador na saída da lagoa de polimento proporcionou a redução dos parâmetros de qualidade da água para valores similares aos da água de recirculação nas torres de resfriamento.

  2. Adsorção de ácidos húmicos em latossolo roxo natural e tratado com oxalato de amônio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. P. Dick

    2000-06-01

    Full Text Available A interação de substâncias húmicas com minerais no solo pode influir na dinâmica da decomposição da matéria orgânica e na sua estabilidade. A adsorção de dois ácidos húmicos em Latossolo Roxo natural (LR natural e tratado com oxalato de amônio (LR tratado foi efetuada, com vistas em investigar os mecanismos de adsorção e os principais grupos funcionais envolvidos, bem como relacionar a capacidade adsortiva de acordo com as características químicas e moleculares dos adsorbatos. Os ácidos húmicos extraídos com solução de NaOH 0,5 N de uma amostra de carvão (AHc e de um solo Brunizém (AHs foram caracterizados por análise elementar e espectroscopia de 13C-RMN. A parametrização dos dados experimentais das isotermas de adsorção foi do tipo y = A tanh Bx, e o modelo de Langmuir também foi aplicado. As amostras adsorvidas foram analisadas por espectroscopia no Infra-Vermelho por Reflectância Difusa com Transformada de Fourier (DRIFT. A adsorção dos ácidos húmicos no LR natural foi de natureza química, sendo evidenciado por DRIFT que a reação de troca de ligantes das carboxilas com a superfície dos minerais foi um mecanismo importante. O AHc, que apresentou caráter aromático mais elevado e maior teor de carboxilas na molécula, foi adsorvido em maior quantidade do que o AHs nos dois adsorventes, o que indica a possível participação de estruturas aromáticas na interação organomineral. No LR tratado, cuja área superficial específica foi superior (ASE = 140,9 m² g-1, a adsorção foi mais elevada do que no LR natural (ASE = 66,1 m² g-1. A maior ASE no LR tratado foi relacionada com o rompimento de microagregados no tratamento com oxalato de amônio que extraiu a porção cimentante dos óxidos de ferro que unia os minerais. A interação neste tipo de adsorvente, estimada segundo a equação y = A tanh Bx, foi mais forte do que na amostra natural, o que pode estar relacionado com a presença de sítios de

  3. Condutividade elétrica, reação do solo e acidez potencial em solos adubados com composto de lixo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. H. Abreu Junior

    2000-09-01

    Full Text Available Foram estudados os efeitos da aplicação do composto de lixo, proveniente da cidade de São Paulo (usina de compostagem São Matheus, na presença e ausência de calcário dolomítico (para elevar a saturação por bases a 70% e de adubos minerais, sobre a condutividade elétrica (CE, pH em CaCl2 0,01 mol L-1 e em água, e acidez potencial (H + Al de 21 solos ácidos e cinco solos alcalinos, nos quais o calcário foi substituído por gesso. O experimento foi realizado em condições de casa de vegetação em delineamento em blocos ao acaso, com parcelas em faixas e três repetições. Foi verificado que a aplicação do composto de lixo promoveu o aumento da CE dos solos. Todavia, esse efeito foi inferior àquele causado pelos adubos minerais. Os maiores valores de CE (> 2 dS m-1 foram causados pelas aplicações do composto + calcário + adubo nos solos ácidos e do composto + adubo + gesso nos solos alcalinos. Porém, quanto maior a capacidade de troca catiônica (CTC inicial dos solos ácidos e pH inicial dos solos alcalinos, menores foram os efeitos dos tratamentos sobre o incremento da CE. A aplicação do composto promoveu, também, o aumento do pH e a redução da acidez potencial. Esse efeito do composto foi, em média, superior àquele causado pela aplicação do calcário. A aplicação conjunta do composto e calcário promoveu um efeito aditivo de seus efeitos isolados sobre o pH e acidez potencial do solo. A adição dos adubos minerais tendeu a reduzir o pH por causa da acidificação residual da uréia. Esse efeito foi bem evidente nos solos alcalinos. O aumento do pH e da CE foi acompanhado por uma diminuição na diferença entre os valores de pH medido em CaCl2 e em água, notadamente nos solos ácidos. A aplicação do composto de lixo para melhorar a acidez do solo, manejando-se adequadamente o calcário e adubos minerais nos solos ácidos ou gesso nos solos alcalinos, parece ser uma prática agrícola viável.

  4. Semeadura de milho em solo sob preparo reduzido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W. Boller

    1998-03-01

    Full Text Available Para avaliar a viabilidade da implantação da cultura do milho em solo sob preparo reduzido, em dezembro de 1988, instalou-se um experimento em um Latossolo Vermelho-Escuro distrófico, no município de Passo Fundo (RS. Na testemunha, o preparo do solo foi realizado por meio de uma escarificação mais uma gradagem com grade leve. Nos demais cinco tratamentos, o solo foi preparado por meio de uma operação conjugada (escarificador equipado com rolo destorroador. Na testemunha e em um dos tratamentos sob preparo conjugado, não foram realizadas adaptações na semeadora-adubadora. Nos demais tratamentos, foram adaptados discos de corte ondulados, ou secções de rolos destorroadores, na frente das linhas da semeadora. A percentagem de cobertura do solo, dois dias após a semeadura, foi significativamente menor (Tukey ao nível de 5% na testemunha, enquanto nos demais tratamentos, caracterizados como conservacionistas, não se perceberam diferenças. O diâmetro médio geométrico (DMG dos agregados do solo não apresentou diferenças significativas entre os tratamentos, porém os agregados coletados nas linhas apresentaram DMG significativamente menores do que aqueles encontrados nas entrelinhas. A velocidade de absorção de água pelas sementes, o comprimento médio ponderado das radículas, o índice de velocidade de emergência e o estande inicial de plantas de milho não variaram significativamente em função dos tratamentos. Os resultados evidenciam que o preparo conjugado do solo por meio de um escarificador equipado com um cilindro destorroador permitiu implantar a cultura do milho, sem a necessidade de operações de preparo secundário (gradagens e sem requerer adaptações na semeadora-adubadora.

  5. Cicatrização de feridas: estudo comparativo em ratos hipertensos não tratados e tratados com inibidor da enzima conversora da angiotensina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Lourdes Pessole Biondo-Simões

    Full Text Available OBJETIVO: Reconhecer a interferência do captopril na cicatrização de feridas cutâneas de ratos hipertensos. MÉTODOS: Distribuíram-se 111 ratos em quatro grupos: controle normotenso (N=30; controle hipertenso (N=30, os quais receberam 1 ml/dia de solução de cloreto de sódio a 0.9% por via oral; grupo experimento (N=31, hipertensos que receberam 7,5mg/kg/dia de captopril e um grupo aferição (N=20, 10 hipertensos e 10 normotensos, nos quais aferiu-se a pressão na aorta abdominal, no último dia de experimento. Após 15 dias de medicação, fez-se uma incisão da pele e da tela subcutânea, na região médio-dorsal dos grupos I, II e III, seguida de síntese. Ressecaram-se as cicatrizes de 10 animais de cada grupo, no 4.º, 7.º e 14.º dias após a operação, que divididas em duas partes foram enviadas para a tensiometria e para análise histológica. RESULTADOS: A pressão arterial média de 83,18 ± 7,51 mmHg nos normotensos e 151,36 ± 10,51 mmHg nos hipertensos. As cicatrizes dos hipertensos tratados e não tratados eram menos resistentes que as dos normotensos, nos tempos iniciais (p<0,05 e que ao 14.º dia as resistências se igualaram. Não houve diferença entre o grupo tratado e o não tratado. A densidade de colágeno total foi maior nos normotensos em todos os tempos (p<0,05 e não houve diferença entre hipertensos tratados e não tratados. A epitelização, a reação inflamatória e a formação do tecido de granulação foi semelhante nos três grupos. CONCLUSÕES: O captopril, em ratos, não modifica a cicatrização, ficando as diferenças relacionadas à hipertensão.

  6. Adaptações morfofisiológicas da soja em solo inundado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pires João Leonardo Fernandes

    2002-01-01

    Full Text Available Há restrições ao crescimento de plantas em condições de inundação do solo, o que limita a sua exploração agrícola a poucas espécies. A soja pode ser uma alternativa, pela alta capacidade adaptativa a estas condições. O objetivo deste trabalho foi identificar as formas de adaptação da soja à inundação do solo, e estabelecer a melhor estratégia para fornecimento de N em solos inundados. Foi conduzido um experimento em casa de vegetação, na Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS, de setembro a novembro de 1998. Foram testadas duas cultivares de soja (FT-Abyara e BR 4 cultivadas sob dois regimes hídricos (inundação e capacidade de campo e duas estratégias de fornecimento de N (inoculação e N mineral. Manteve-se a soja sob inundação do estádio V2 até V5 (21 dias. A soja apresentou mecanismos que permitem sua adaptação a condições de hipoxia geradas pela inundação do solo. Houve redução nos teores de N, K, Mg e Mn, e aumento nos teores de Fe nas folhas, quando da inundação. Existiram diferenças entre cultivares em solo inundado, destacando-se a cultivar FT-Abyara, pela maior adaptação. O diâmetro do caule sob a lâmina de água foi a característica mais importante na diferenciação de cultivares com vistas a tolerância à inundação. A melhor estratégia para fornecimento de N em condições de solo inundado foi a aplicação de N mineral em cobertura. Porém, mesmo em solo inundado ocorreu nodulação em soja.

  7. Partição de substâncias húmicas em solos brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lauana Lopes dos Santos

    2013-08-01

    Full Text Available As substâncias húmicas (SH representam o principal reservatório de carbono orgânico total do solo (COT e sua partição entre diferentes frações de solubilidade em meio alcalino ou ácido pode guardar relação com o tipo de solo e manejo adotado. O objetivo deste trabalho foi comparar a partição das SHs, de acordo com profundidade, tipo de solo, bioma e uso do solo no Brasil. Revisou-se a literatura, incluindo teses, dissertações, artigos e resumos em anais de eventos, em busca de dados sobre o teor de COT, sua porcentagem como ácidos húmicos (AH, ácidos fúlvicos (AF e humina (HU e a razão AH/AF. Os dados foram estratificados por intervalos comparáveis de profundidades (0-5, 5-10, 0-20, 20-50, 50-100 e >100 cm, biomas (Mata Atlântica, Cerrado, Amazônia, Pampa e Caatinga, ordem de solo (Argissolo, Latossolo, Cambissolo, Planossolo, Neossolo, Gleissolo e Organossolo e principais usos do solo (florestas nativas, pastagem natural, pastagem plantada, eucalipto, culturas perenes e anuais. Os dados foram analisados por estatística descritiva, correlações de Spearman e análise de componentes principais (ACP. Nos Argissolos, Latossolos e Organossolos, a fração HU contribuiu com metade do COT, tendendo a diminuir em profundidade. Para Latossolos e Organossolos, a fração AF tendeu a aumentar em profundidade. Em Neossolos, a fração AH aumentou em profundidade, embora tenha diminuído em Gleissolos e Planossolos. A razão AH/AF geralmente diminui em profundidade. Pela ACP, não foi possível identificar um padrão de agrupamento das amostras em razão do tipo de bioma e uso do solo, sugerindo que a partição das SHs tem baixo potencial como indicador de efeitos do manejo ou condições ambientais, embora seja útil para discriminar processos de humificação em algumas ordens de solo.

  8. Adsorção de nitrato em solos de cerrado do Distrito Federal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    OLIVEIRA JULIANA RIBEIRO ALEXANDRE DE

    2000-01-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram verificar a adsorção de nitrato e identificar as propriedades do solo que mais influenciam este fenômeno, em um Latossolo Vermelho-Escuro, com 56% de argila, em Planaltina, DF. Em 1996 foram coletadas amostras de solo nas profundidades de 0-20, 20-40, 40-80, 80-100 cm, de um experimento com cinco anos de duração, em uma área de cerrado típico e em duas áreas cultivadas com soja e milho, onde o solo apresentava inversão de carga em profundidade. Também foram coletadas amostras em um solo sob cerradão, com carga elétrica líquida negativa em profundidade. A relação entre nitrato adsorvido e nitrato na solução foi descrita pela equação de Freundlich e as relações entre o nitrato adsorvido e algumas propriedades físico-químicas do solo foram estudadas por meio de regressões múltiplas. O nitrato adsorvido aumentou com a profundidade em todos os tratamentos. Esta adsorção foi maior nos solos sob cerrado e cerradão. O deltapH não afetou a adsorção de nitrato. A correlação entre nitrato adsorvido, matéria orgânica e sulfato extraível foi negativa. A adsorção de nitrato aumentou com a redução da matéria orgânica em profundidade e com a redução de sulfato extraível.

  9. Efeitos da aplicação de efluente tratado no solo: pH, matéria orgânica, fósforo e potássio Effects of application of treated wastewater in soil: pH, organic matter, phosphorus and potassium

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anamaria S. Duarte

    2008-06-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi avaliar os efeitos da disposição do efluente doméstico tratado em algumas características químicas do solo, razão pela qual foram determinadas as características físicas e químicas do efluente tratado e da água de abastecimento público e as características químicas do solo cultivado. Esta pesquisa foi realizada no período de maio a setembro de 2005, com o cultivo de variedade matador de pimentão com delineamento experimental inteiramente casualisado em esquema fatorial 4 x 2, sendo quatro tipos de água e dois níveis de adubação e 12 repetições para cada tratamento. Concluiu-se ao término do experimento que o efluente utilizado mostrou qualidade física e química adequada para irrigação de plantas de pimentão e, com exceção da concentração de matéria orgânica, não se constataram-se, em geral, alterações significativas nas concentrações de fósforo, potássio e pH do solo cultivado.This research aims to provide an analysis of the effects of treated wastewater reuse on some characteristics of soil, reason for which the physical and chemical characteristics of the treated effluent, the tap water and the cultivated soil were assessed. This study was carried out from May to September 2005 and the variety 'matador' of pepper was cultivated. The experimental design was randomized in a 4 x 2 factorial scheme (four water types and two fertilization levels and twelve replications. At the end of the experiment it was concluded that the effluent presented adequate physical and chemical quality for irrigation of pepper plant. With the exception of the organic matter concentration, in general, there was no significant change in the concentration of phosphorus, potassium and pH of the cultivated soil.

  10. Fósforo da biomassa microbiana em solos sob diferentes sistemas de manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. S. Rheinheimer

    2000-09-01

    Full Text Available A biomassa microbiana assume papel importante na reciclagem do fósforo em solos tropicais e subtropicais. Este trabalho teve por objetivo quantificar o teor de fósforo armazenado na biomassa microbiana em solos submetidos a diferentes métodos de preparo e sucessões de culturas. Para tal, foram utilizados quatro experimentos, instalados em diferentes locais no Rio Grande do Sul a partir de 1979, envolvendo métodos de preparo do solo e sucessões de culturas. Em 1997, coletaram-se amostras de solos nos sistemas plantio direto e cultivo convencional, com várias sucessões de culturas, em três camadas de solo. O fósforo acumulado na biomassa microbiana foi determinado por fumigação-extração. O fósforo na biomassa não diferiu entre os métodos de preparo do solo no Latossolo Vermelho Distroférrico típico, mas foi maior no sistema plantio direto em comparação ao cultivo convencional no Latossolo Vermelho Distrófico típico e Argissolo Vermelho Distrófico típico. O cultivo de diferentes plantas anuais não afetou os teores de fósforo microbiano. O fluxo anual de P através da biomassa microbiana variou de 8 a 22 mg dm-3 ano-1 e, no Argissolo Vermelho Distrófico típico, foi maior no sistema plantio direto do que no cultivo convencional.

  11. Albedo do Solo abaixo do Dossel em Área de Vochysia divergens Pohl no Norte do Pantanal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonathan Willian Zangeski Novais

    2016-06-01

    Full Text Available Resumo Este artigo analisou o albedo do solosolo abaixo do dossel considerando duas etapas no ciclo hidrológico, a primeira em que o solo estava inundado e a segunda em que o solo estava coberto por serrapilheira acumulada sobre o solo em área inundável de Vochysia divergens Pohl no Pantanal, Brasil. Os valores de αsolo foram calculados pela relação entre as radiação solar global refletida e a incidente medidas abaixo do dossel por meio de estações meteorológicas. A inundação da área ocorreu durante fevereiro a junho e posteriormente houve um aumento gradativo de serrapilheira acumulada sobre o solo. O αsolo variou sazonalmente com maiores valores durante o período seco em que houve um aumento de aproximadamente 42% do αsolo em relação ao período com inundação. Análises de correlação cruzada entre o αsolo e precipitação, umidade do solo e a serrapilheira acumulada sobre o solo explicam em parte a influência direta e/ou indireta sobre o αsolo. A precipitação não influenciou diretamente sobre o αsolo do mês atual, enquanto que a umidade do solo influenciou diretamente sobre o αsolo no mês atual e nos seguintes meses, e a serrapilheira acumulada do solo correlacionou-se positivamente com o αsolo indicando influência direta no mês atual.

  12. Sobrevivência de Bradyrhizobium e Azorhizobium em misturas de solo contaminadas com metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Matsuda

    2002-03-01

    Full Text Available Estudos foram realizados no Departamento de Ciência do Solo da Universidade Federal de Lavras (MG, no período de novembro/1999 a janeiro/2000, com o objetivo de avaliar a sobrevivência de estirpe e isolados de rizóbio em solo contaminado com metais pesados e verificar a relação entre tolerância do rizóbio a metais pesados em meio de cultura e sua sobrevivência em solo contaminado. Foram utilizados os dois microrganismos mais tolerantes [BR-4406 (estirpe recomendada para Enterolobium spp. e UFLA-01-457 (isolado de solo contaminado, ambos pertencentes ao gênero Bradyrhizobium ] e os dois mais sensíveis (UFLA-01-486 e UFLA-01-510, isolados de solo contaminado, pertencentes ao gênero Azorhizobium , todos selecionados de um grupo de 60estirpes/isolados em estudos prévios deste laboratório, em meio de cultura suplementado com metais pesados.Empregaram-se misturas de um Latossolo Vermelho-Escuro (LE que continham 0, 15 e 45% (v/v de um Latossolo Vermelho-Amarelo plíntico contaminado com Zn, Cd, Pb e Cu. As misturas de solo contaminado foram inoculadas com 20mL de cultura em YM na fase log das estirpes mencionadas, as quais foram testadas separadamente com três repetições. A avaliação do número de células viáveis no solo, realizada aos 0, 7, 14, 21 e 28dias de incubação, pelo método das diluições sucessivas e inoculação em placas com meio YMA, revelou comportamento diferenciado entre os organismos estudados. O número médio de células que sobreviveram ao final de 28 dias de incubação foi de (em UFCg-1de solo: 10(10,36, 10(10,29 e 10(9,70, para Bradyrhizobium, e 10(9,36, 10(7,54 e 0, para Azorhizobium em misturas de 0, 15 e 45% de solo contaminado, respectivamente. Portanto, houve maior sobrevivência de Bradyrhizobium do que de Azorhizobium , indicando maior tolerância a metais pesados do primeiro gênero.Como Bradyrhizobium foi também mais tolerante "in vitro", os resultados indicam haver relação entre o

  13. Erosão em sulcos em diferentes preparos e estados de consolidação do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. J. Schäfer

    2001-06-01

    Full Text Available O preparo e a consolidação do solo alteram a sua capacidade em resistir à erosão em sulcos. Com o objetivo de estudar a erosão em sulcos em diferentes preparos e consolidação do solo, conhecer o diâmetro mediano dos sedimentos transportados e determinar a erodibilidade em sulcos (Kr e a tensão crítica de cisalhamento (τc do solo, foi realizado um experimento no campo, em 1997/98, em um Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico arênico. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com seis repetições. Os tratamentos constaram de: preparo convencional recente (CR, preparo convencional consolidado (consolidação de dois meses (CC, plantio direto sem palha (PDS e plantio direto com palha (PDC, 94% de cobertura. Usou-se chuva simulada de intensidade constante (65 mm h-1 até escoamento aproximadamente constante de água no solo. Em seguida, na extremidade superior do sulco, foram adicionadas descargas líquidas (Q crescentes de 0,0002 m³ s-1 até 0,0010 m³ s-1, para os tratamentos CR e CC, e de 0,0004 m³ s-1 até 0,0020 m³ s-1, para os tratamentos PDS e PDC, sendo as amostras coletadas na parte inferior de cada sulco. As parcelas foram delimitadas por chapas metálicas cravadas no solo no sentido do declive (0,20 m de largura por 6,00 m de comprimento. O valor de Kr determinado foi de 0,012 kg N-1 s-1 e o τc foi de 2,61 N m-2. A desagregação, as perdas de solo e o diâmetro mediano dos sedimentos apresentaram a seguinte seqüência em magnitude: CR, CC, PDS e PDC, particularmente nas maiores Q. O regime de escoamento foi turbulento supercrítico, com exceção da primeira Q aplicada, onde o regime foi laminar subcrítico, para o PDC, graças à presença de resíduos culturais, e laminar supercrítico, para os demais tratamentos. A consolidação e a cobertura do solo alteram o regime do escoamento e reduzem a erosão em sulcos e seus efeitos são complementares.

  14. Atividade respiratória de solo tratado com vinhaça e herbicida Respiratory activity of stillage and herbicide treated soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eli Sidney Lopes

    1986-01-01

    Full Text Available Um experimento foi instalado a campo num Latossolo Vermelho-Escuro distrófico textura argilosa, da Estação Experimental de Limeira, em Cordeirópolis, SP, do Instituto Agronômico, para avaliar a atividade respiratória desse solo, quando enriquecido com vinhaça e tratado com o herbicida 2,4D. A vinhaça fora aplicada por quatro vezes, de seis em seis meses, em doses de 0, 100 e 1.000 m³/ha, sendo as determinações feitas seis meses após a última aplicação. O herbicida foi aplicado imediatamente antes do início das determinações das atividades respiratórias e, o solo, mantido livre de vegetação. A atividade respiratória foi avaliada, medindo-se o CO2 coletado em solução de KOH, em câmaras cilíndricas de PVC, em turnos de doze horas, durante quatro dias. As maiores taxas de CO2 (77,5 mg CO2/m².h foram observadas no período diurno, e estiveram relacionadas com as temperaturas mais elevadas. Mesmo aos seis meses da aplicação da vinhaça, observou-se maior atividade respiratória nos tratamentos com o resíduo. O herbicida 2,4D, na dose de 3,0 litros /hectare, não influenciou a atividade respiratória.A field experiment was carried out on a clayey dystrophic Dark-Red Latosol at the Limeira Experimental Station of the Instituto Agronômico (Cordeirópolis, State of São Paulo, Brazil, to evaluate the respiratory activity of the soil when enriched with stillage and treated with the herbicide 2,4D. Stillage was applied three times with a six month interval at 0, 100, and 1,000 m³/ha, and the CO2 evolution measurements began six months after the last application. The soil was maintained free from vegetation all over the experiment. The CO2 was trapped by KOH in PVC cilindric chambers, and collected every 12 hours for analysis, during four days. Highest CO2 evolution rates (77.5mg CO2/m².h were observed in daytime. Even six months after stillage application, the rate of CO2 evolution was higher in treated soils. The herbicide

  15. Microbiota do solo em vinhedos agroecológico e convencional e sob vegetação nativa em Caxias do Sul, RS.

    OpenAIRE

    Rech, Morgana; Pansera, Márcia Regina; Sartori, Valdirene Camatti; Ribeiro, Rute Terezinha da Silva

    2013-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto de diferentes formas de manejo agrícola na produção de videiras sobre a microbiota do solo. Foram feitas duas coletas de solo em um vinhedo sob manejo agroecológico, um vinhedo sob manejo convencional e em área de mata nativa em Caxias do Sul, RS. A partir da diluição do solo e plaqueamento em meios de cultura, quantificou-se a população microbiana e foram identificados os gêneros de fungos filamentosos. O solo sob vegetação nativa apresentou ma...

  16. BIORREMEDIAÇÃO IN SITU COM PERÓXIDOS SÓLIDOS E SURFACTANTE DE SOLOS CONTAMINADOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago Bender Wermuth

    2011-08-01

    Full Text Available O presente trabalho objetiva avaliar o uso de peróxidos sólidos com a adição de sais de fosfato, nitrogênio e surfactante na biorremediação de solos contaminados por derivados de petróleo. Para isso, coletou-se uma amostra do solo contaminado durante os trabalhos de recuperação de uma área de um posto de gasolina. A mesma foi colocada em uma caixa de PVC, dividida em duas partes. Uma parte foi tratada por meio da adição de peróxido de cálcio, surfactante e superfosfato (fonte de nutrientes. Já a outra recebeu a aplicação de somente peróxido de cálcio e superfosfato. Os resultados do tratamento deste solo foram monitorados semanalmente por meio de medidas da umidade, pH e temperatura. A descontaminação do solo foi acompanhada pela análise dos compostos Benzeno, Tolueno, Etilbenzeno, Xileno, TPH-GRO (Gasoline Range Organics, TPH-ORO (Oil Range Organics e TPH-DRO (Diesel Range Organics, segundo as normas USEPA 8015D, USEPA 5021A, USEPA 8021B. Os valores mostram que o solo tratado com peróxido de cálcio, surfactante e superfosfato tiveram resultados semelhantes ao lado em que não continha o surfactante.

  17. Remediação de solos tratados com lodo rico em zinco Reclamation of soils treated with sewage sledge rich in Zn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline A. Mesquita

    2006-09-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve por objetivos: estudar as alterações na distribuição de Zn nas diferentes frações químicas de solos tratados com lodo de esgoto, provocadas pela aplicação de carbonatos, óxidos e fosfatos para determinar a eficiência desses produtos na contenção desse elemento, e avaliar a redução de solubilidade através do uso de planta hiperacumuladora. Utilizou-se lodo de esgoto de indústria aplicado em amostras da camada superficial de um Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA e de um Argissolo Vermelho-Amarelo (PVA. A adição de CaCO3 provocou imobilização química do Zn por sua associação às frações químicas mais estáveis. O FeCl3 + EDTA causou dissolução de compostos de Zn e dessorção desses elementos complexados por grupos funcionais de superfície. O KH2PO4 não alterou a distribuição de Zn nas diferentes formas químicas nos solos. O Zn concentrou-se nas raízes, limitando a passagem desses elementos para a parte aérea. Encontrou-se, nos tratamentos com o CaCO3, menor concentração de Zn na raiz e parte aérea. A adição de FeCl3 + EDTA promoveu aumento da concentração de Zn nesses órgãos da planta.This research had as objectives: to study the alterations in the distribution of Zn in different chemical carbonates fractions of soil treated with sewage sludge, caused by the application of carbonates, oxides and phosphates to determine the efficiency of these products in the contention of this element; and to evaluate the solubility reduction through the use of hyper accumulator plant. Industrial sewage sludge was applied in samples of surface layer of a Yellow Red Latossol and Yellow Red Argissol. The addition of CaCO3 caused chemical immobilization of Zn due to association of these elements with more stable chemical fractions. The FeCl3 + EDTA caused dissolution of Zn compounds and dessorption of these elements quelated by surface functional groups. The KH2PO4 did not alter the distribution of Zn in

  18. EFEITO DA TRIFLURALINA SOBRE A ATIVIDADE BIOLÓGICA EM DOIS SOLOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ecila Maria Nunes Giracca

    1991-12-01

    Full Text Available A influência da Trifluralina 600 CE sobre a atividade microbiana e taxa de liberação de CO2 foi estudada com amostras de solos da Unidade de Mapeamento São Pedro e Cruz Alta, incubados a 80% da capacidade de campo ou saturados, com tratamentos equivalendo a 2 e 4 litros por hectare, com cinco repetições, durante 140 dias. A cada sete dias foram efetuadas titulações de CO2 liberado. Posteriormente foi executado bioensaio com Sorghum bicolor L. Moench para análise da persistência do produto no solo. O herbicida nas dosagens usadas não afetou a atividade microbiana. A persistência do herbicida mostrou diferença significativa entre plântulas anormais para os dois solos em capacidade de campo, o mesmo não ocorrendo quando a germinação foi em solos saturados.

  19. Diagnóstico e desenvolvimento inicial de mamoneira em solos de áreas degradadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivaldo Vital Santos

    2015-08-01

    Full Text Available A degradação do solo no semiárido também ocorre pelo desmatamento da Caatinga e pela remoção da camada superficial do solo, cujo destino é a indústria de cerâmica ou olarias. O presente trabalho objetivou avaliar o crescimento da mamoneira em solos degradados. Os tratamentos consistiram de solos degradados: subsolo degradado-1, subsolo degradado-2 e área desmatada; quatro doses de fósforo (0, 100, 200, 300 mgkg-1 P, com três repetições. As testemunhas absolutas, sem fósforo, corresponderam ao solo salinizado não corrigido, solo-1 não degradado, solo-2 não degradado e solo de caatinga não desmatada. O solo degradado por sais, o subsolo-2, recebeu correção com gesso agrícola, foi incubado e lavado. Os resultados demonstraram que a análise do subsolo degradado revelou alta salinidade e baixos teores de fósforo e matéria orgânica, o subsolo degradado salino exige correção com gesso para tornar possível o cultivo da mamona em caatinga desmatada e subsolos degradados. As doses de fósforo não promoveram desenvolvimento significativo em mudas de mamona.

  20. Sílica solúvel em solos Soluble silica in soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo van Raij

    1973-01-01

    Full Text Available Determinou-se a silica solúvel nos horizontes superficial e B2 de 44 perfis de solos do Estado de São Paulo. A extração da silica com solução 0,0025M de cloreto de cálcio evitou a dispersão dos solos e forneceu resultados em média apenas 8% menores do que a silica solúvel em água. Os resultados variaram de 2,2 a 92,2 ppm de SiO2. Verificou-se que, para solos com teores semelhantes de argila, os teores de silica solúvel foram maiores para solos com horizonte B textural, quando comparados com solos de horizonte B latossólico. Dentro dos agrupamentos de solos com horizonte B textural e horizonte B latossólico, os teores de silica solúvel foram maiores para os solos mais argilosos. Não foi observada relação entre silica solúvel e o pH dos solos.The extraction of soluble silica of soils with 0.0025M calcium chloride solution avoided dispersion of clay and results were on the average only 8% lower than water soluble silica. The results for surface and B2 horizons of 44 soil profiles of the State of São Paulo varied between 2.2 and 92.9 ppm of SiO2. For soils with similar clay contents, soluble silica was higher for soil with argillic B horizons as compared with soils with oxic B horizons. Within each group of soils, higher soluble silica results were associated with higher clay contents. Soluble silica apparently was not related to soil pH.

  1. Propriedades físicas do solo em função de manejos em lavouras de cafeeiro conilon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teóphilo André Maretto Effgen

    2012-06-01

    Full Text Available Os solos de uso agrícola estão sujeitos a modificações em suas propriedades, de acordo com o tipo de uso e sistemas de manejo adotados. Este trabalho teve como objetivo avaliar, em diferentes locais de amostragem, as propriedades físicas de solos cultivados com lavouras cafeeiras, sob distintos manejos, no sul do Estado do Espírito Santo. Foram realizadas amostragens nas camadas de 0,00-0,20 m e 0,20-0,40 m, na parte superior da projeção da "saia" do cafeeiro, em relação ao sentido de declive do terreno. Foram utilizadas, para o estudo, lavouras representativas da região sul do Estado, apresentando a mesma classe de solo (Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico, relevo forte ondulado, tendo os seguintes manejos: M1 - irrigação por gotejamento, calagem a cada dois anos, adubação, roçadas e uso da palha de café; M2 - adubação, roçadas e capinas; M3 - capinas e roçadas. Em cada manejo, foram avaliados os seguintes locais de amostragem: TS - terço superior, TM - terço médio; TI - terço inferior, ao longo do declive. As propriedades físicas avaliadas foram: densidade do solo, porosidade total, macroporosidade, microporosidade e resistência do solo à penetração. Para as condições experimentais, a resistência do solo à penetração, a macroporosidade e a microporosidade mostraram-se importantes indicadores físicos da qualidade do solo, influenciados pelo manejo, local de amostragem e camada avaliada.

  2. Meia-vida do diuron em solos com diferentes atributos físicos e químicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Ribeiro Rocha

    2013-11-01

    Full Text Available A distribuição e a dissipação dos herbicidas nos solos são processos dinâmicos e únicos para cada relação solo-herbicida. Neste trabalho, a meia-vida do diuron foi determinada em cinco solos (Latossolo Vermelho Amarelo, Latossolo Vermelho e Latossolo Amarelo, com diferentes valores de pH. As concentrações do diuron foram determinadas em amostras dos referidos solos coletadas em oito épocas (1, 8, 15, 22, 36, 66, 96 e 156 dias após a aplicação do herbicida na dose 3,0kg ha-1. Em uma parte dessas amostras, foi feita a quantificação do diuron por cromatografia líquida de alta eficiência e, na outra parte, os testes biológicos, visando à confirmação dos resultados das análises cromatográficas. Constatou-se que a persistência do diuron é dependente dos atributos físicos e químicos dos solos. Todavia, a correção do pH do solo favoreceu apenas a degradação do herbicida em solos arenosos com baixo teor de matéria orgânica. A meia-vida do diuron nos solos estudados variou de 40 a 91 após a sua aplicação, sendo maior no solo com maior teor de matéria orgânica. Esses resultados foram confirmados pelos testes biológicos que se mostraram eficientes e complementares às análises cromatográficas.

  3. Atributos químicos do solo fertirrigado com efluente de esgoto tratado e fenometria de cultura do pimentão

    OpenAIRE

    Silva Júnior, Waltoíres Reis da

    2016-01-01

    Com a crescente conscientização de que a água é um recurso natural limitado e de expressivo valor econômico, técnicas de uso sustentável e racional são cada vez mais difundidas. Dentre elas, o uso de efluentes de esgoto tratado (EET) para fins de irrigação se destaca, tanto pelo reaproveitamento da água, como pelo aporte de nutrientes ao solo e redução dos danos ambientais. Este trabalho objetiva avaliar o efeito da utilização de EET, proveniente de sanitários de um refeitório, na cultura do ...

  4. Eficiência relativa de fertilizantes fosfatados no crescimento inicial de eucalipto cultivado em solos do cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.L. Gava

    1997-09-01

    Full Text Available Tendo como objetivo avaliar a eficiência relativa do superfosfato simples (SS, fosfato parcialmente acidulado (FAPS e termofosfato magnesiano (TERM como fonte de P e outros nutrientes para o cultivo de plantações de eucalipto, em dois solos da região dos Cerrados, uma areia quartzosa (50 g kg-1 de argila álica e um latossolo vermelho-escuro (230 g kg-1 de argila álico, foi realizado este experimento, sob condições de casa de vegetação, na ESALQ/USP, Piracicaba (SP, em 1993. Subamostras do AQ receberam 0, 75, 150 e 300 mg kg-1 de P e, do LE, 0, 125, 250 e 500 mg kg-1 de P no solo. As doses de P foram estimadas com base na solubilidade dos adubos; SS e FAPS, em citrato de amônio, e TERM, em ácido cítrico 20 g L-1. Em cada vaso (5 kg de solo, deixou-se uma planta de Eucalyptus grandis por 90 dias após a emergência e desbaste das plântulas. Paralelamente ao experimento em casa de vegetação, subamostras de todos os tratamentos, com 2 kg de solo, foram incubadas no interior de sacos plásticos por 0, 10, 20, 40, 60 e 80 dias. Ao término de cada período de incubação, os solos eram amostrados e analisados. Mediante o cálculo de índices de eficiência relativa entre os adubos, verificou-se que o TERM foi superior 64% ao SS e 57% ao FAPS no solo AQ. No LE, o SS foi superior 55% ao TERM e 34% ao FAPS. O TERM foi a fonte de P que promoveu os maiores acréscimos do nível de fertilidade dos solos, com expressiva elevação do pH do solo, redução das concentrações de Al e aumento daquelas de Ca e Mg. Os ganhos de produção das mudas de eucalipto foram altamente correlacionados com a absorção de P, K, Ca, Mg e Zn. O TERM proporcionou as maiores absorções desses nutrientes no solo AQ e, as menores, de P, Ca e Zn no LE. As distintas respostas de crescimento para os adubos avaliados, em ambos os solos, sobretudo para TERM e SS, foram atribuídas, em grande parte, aos efeitos secundários das fontes de P sobre a fertilidade dos

  5. Cultivo de alface, sobre diferentes coberturas de solo, em condições tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clodoaldo Moreno Paixão

    2017-07-01

    Full Text Available A alface é a hortaliça folhosa mais produzida no Brasil, onde representa grande relevância social e econômica para pequenas propriedades. No entanto, ainda há a necessidade de estudos voltados à melhoria das condições de cultivo, a qual demanda intensa quantidade de fertilizantes, degrada a estrutura física do solo e provoca desequilíbrios biológicos pela baixa rotação de culturas. Diante disso, objetivou-se através deste trabalho identificar os efeitos de coberturas vegetais sobre os atributos químicos do solo e sobre a qualidade da alface produzida em condições de clima tropical. O experimento foi instalado em região de baixa altitude, em condições de campo, em blocos casualizados em esquema fatorial, com cultivo de alface sobre resíduos de cinco coberturas vegetais de solo implantadas em três épocas diferentes. As coberturas vegetais utilizadas foram milheto, bagaço de cana-de-açúcar, mucuna-preta, capim braquiária e crotalária, semeadas em 06/02/12, 08/03/12 e 07/04/12, com manejo aos 120, 90 e 60 dias, respectivamente. Concluiu-se que, dependendo da espécie e da época em que é feita semeadura e o manejo e o manejo, as plantas de coberturas podem interferir nos atributos químicos do solo, resultando em plantas de alface de maior altura, diâmetro e massa fresca. Plantas de alface com maior diâmetro e massa de matéria seca total foram obtidas quando cultivadas sobre resíduos de mucuna-preta e capim braquiária.

  6. Viabilidade de escleródios de Sclerotinia sclerotiorum e incidência de fungos antagonistas em solo de Cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila de Castro Louback Ferraz

    2011-12-01

    Full Text Available A viabilidade de escleródios de Sclerotinia sclerotiorum foi avaliada durante oito meses em três solos de Cerrado cultivados. Escleródios produzidos "in vitro", mantidos em invólucros de náilon perfurados, foram enterrados a 5 cm de profundidade, em solos previamente fumigados ou não fumigados com brometo de metila. Após 10 dias de incubação, os escleródios foram examinados quanto à viabilidade e a presença de fungos antagônicos. A viabilidade foi estimada através do número de escleródios germinados 7 dias após plaqueamento em meio semi seletivo Neon-S. A viabilidade dos escleródios variou com o solo de Cerrado. Escleródios incubados em solos não fumigados com brometo de metila apresentaram menor viabilidade e maior presença de fungos antagônicos, indicando que estes solos contêm elementos supressivos de origem biológica. A viabilidade dos escleródios foi relacionada negativamente com a população de alguns microorganismos de solo. Nos tratamentos de maior incidência de Trichoderma spp. observou-se menor viabilidade de escleródios e solos fumigados suprimiram fortemente a ocorrência deste antagonista.

  7. Formas de potássio em solos representativos do Estado da Paraíba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jailma dos Santos de Medeiros

    Full Text Available Os solos do Estado da Paraíba apresentam grande diversidade de características químicas, físicas e mineralógicas, acarretando em variações nos teores e formas de K disponíveis no solo. Objetivou-se com este trabalho avaliar os teores de K não-trocável, K trocável e K solúvel em doze solos do Estado da Paraíba, na ausência e na presença de fertilização potássica, e correlacioná-los com as características químicas, físicas e mineralógicas desses solos. O estudo constou de 60 tratamentos, sendo 12 solos e cinco doses de K (0; 50; 100; 200 e 300 mg dm-3 na forma de cloreto de potássio, com três repetições. Após receberem os tratamentos, os solos foram incubados por um período de 21 dias, e em seguida, uma sub-amostra de 0,2 dm³ de cada solo foi retirada para determinação dos teores de K não-trocável, K trocável e K solúvel. Os solos formados sob clima semiárido foram os solos que apresentaram as maiores reservas de K não-trocável. Solos com maior proporção de mica e minerais do tipo 2:1 na fração argila apresentaram os maiores teores de K não-trocável e K trocável. Independente do grupo de solos, os teores de silte apresentaram correlação elevada com os teores de K não-trocável e de K trocável. Nos solos mais desenvolvidos, não foi evidenciada fixação de K proveniente do fertilizante. Porém, nos solos menos desenvolvidos, a fixação de K ficou evidenciada pela pequena quantidade de K recuperada pelo extrator acetato de amônio nos solos mais argilosos e, principalmente, naqueles com predominância de minerais do tipo 2:1 e mica.

  8. Óxidos de manganês em solos do quadrilátero ferrífero (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amaury de Carvalho Filho

    2011-06-01

    Full Text Available A mineralogia dos óxidos de Mn é muito variada e complexa, devido ao grande número de minerais e ao conhecimento inexato de algumas de suas estruturas. Devido à escassez de trabalhos que tratam especificamente de óxidos de Mn em solos brasileiros e seu conteúdo muito elevado em alguns solos do Quadrilátero Ferrífero (MG, este estudo objetivou caracterizar a química e a mineralogia desses óxidos nos solos dessa região, estratificando-os conforme os materiais de origem e posições na paisagem. O trabalho foi desenvolvido em uma área representativa do Quadrilátero Ferrífero, referente à Área de Proteção Ambiental da Região Metropolitana de Belo Horizonte - APA Sul RMBH, com extensão de 1.625,32 km²; a amostragem foi direcionada para a caracterização de solos com elevado teor de Mn, relacionados a três materiais de origem distintos: itabiritos, dolomitos ferruginosos e serpentinitos, tendo sido incluídos ainda alguns solos provenientes de outros materiais de origem, dentro do Quadrilátero. Alguns solos do Quadrilátero Ferrífero possuem teores de Mn na fração terra fina extraordinariamente elevados, principalmente aqueles relacionados aos dolomitos ferruginosos da Formação Gandarela. Foram identificados diversos minerais de Mn na fração argila dos solos, sem quaisquer pré-tratamentos de concentração, representados por todoroquita, litioforita e, ainda, pirolusita. A influência do material de origem no contexto deste estudo foi superior àquela da posição na paisagem e grau de intemperismo de solos ricos em Mn.

  9. Crescimento inicial de mudas de pinheira e goiabeira em solo salino-sódico com corretivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jordânia Xavier de Medeiros

    2014-06-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar o efeito do gesso agrícola sobre os atributos químicos de um solo salino-sódico e o crescimento de mudas de goiabeira e pinheira. O trabalho foi realizado em casa de vegetação da UFCG/CSTR em Patos, PB. Amostras de um solo salino-sódico foram obtidas do Perímetro Irrigado de São Gonçalo. O experimento constitui-se de um tipo de solo, duas espécies, três doses de gesso agrícola (00, 100 e 200% da NG e 4 repetições. As parcelas foram distribuídas em DIC. As sementes de pinha e goiaba foram semeadas em tubetes e após 30, as mudas foram transplantadas segundo padronização do diâmetro do coleto, número de folhas, altura e transferidas para os solos salinizados, observando o crescimento através de medições semanais da altura das plantas por um período de 104 dias. Houve redução significativa nos teores de sódio no solo com o aumento do nível de gesso aplicado, o mesmo ocorrendo para o pH e melhoria nas propriedades químicas do solo. As mudas apresentaram redução na altura, número de folhas, na massa seca da parte aérea e da raiz com a aplicação do corretivo. A aplicação de gesso em solos salino-sódico para cultivo de goiaba e pinha não apresentou resultados satisfatórios.

  10. Crescimento em altura dominante do Pinus elliottii e Pinus taeda em solos arenizados degradados no oeste do Rio Grande do Sul

    OpenAIRE

    Schneider, Paulo Renato; Elesbão, Luiz Ernesto Grilo; Schneider, Paulo Sérgio Pigato; Longhi, Régis Villanova

    2013-01-01

    A introdução de espécies florestais de rápido crescimento em áreas com solos arenizados e degradados pode ser uma alternativa tanto para a prevenção como para a minimização desse problema. O trabalho objetivou avaliar o crescimento em altura dominante do Pinus elliottii Engelm. e Pinus taeda L. em relação aos solos arenizados e degradados por ação antrópica, no oeste do estado do Rio Grande do Sul (RS). Para isso, foram selecionadas árvores dominantes em povoamentos com 29 anos de idade, em á...

  11. Efeito de doses de boro no crescimento vegetativo de girassol em diferentes classes de solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Euba Neto

    2014-06-01

    Full Text Available A baixa disponibilidade de boro (B no solo é um dos fatores que mais limita a produção do girassol, planta oleaginosa caracterizada por ampla adaptabilidade climática. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a influência de doses de boro, aplicadas em distintas classes de solos, no desenvolvimento do girassol cultivar Hélio 863. As amostras foram coletadas na camada de 0-20 cm dos solos: Argissolo Acinzentado (PAC; Argissolo Vermelho-Amarelo (PVA; Neossolo Litólico (RL; Argissolo Vermelho eutrófico (PVe; Neossolo Flúvico (RY e Vertissolo Háplico (VX. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 6 x 4 (solos x doses, com quatro repetições. A unidade experimental foi representada por uma planta por vaso. Os solos apresentaram efeito significativo (p < 0,01 sobre todos os parâmetros de crescimento estudados. As plantas de girassol cultivadas nos solos RY, VX, PAC e RL apresentaram a maior área foliar, os maiores capítulos, o maior teor de boro foliar e maior número de folhas e altura de plantas, respectivamente. A adubação com boro não influenciou a produção de fitomassa seca do girassol cv. Hélio 863.

  12. Frações de cobre e zinco em solos de vinhedos no Meio Oeste de Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Brunetto

    2014-08-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar a migração e a modificação de frações de Cu e Zn em solos de vinhedos. Em outubro de 2010 foram selecionados, em Água Doce (SC três vinhedos com idades crescentes e uma área de campo natural com o objetivo de determinar o teor natural dos elementos no solo. Amostras de solo dos vinhedos e campo natural foram coletadas em camadas estratificadas e analisadas. Nas amostras foram realizados o fracionamento químico e a extração de Cu e Zn por EDTA e pelo método 3050B da USEPA. O Cu e o Zn foram acumulados nas camadas mais superficiais dos solos dos vinhedos e maiores concentrações foram observadas no vinhedo com maior idade. A maior parte do Cu e do Zn nos solos dos vinhedos foi distribuída na fração residual que possui baixa mobilidade geoquímica porém nas camadas mais superficiais do solo do vinhedo com maior idade constatou-se aumento do teor de Cu ligado à matéria orgânica do solo e nas camadas mais profundas, ligado aos minerais. A maior parte do Zn no solo dos vinhedos foi distribuída na fração residual e ligada aos minerais; a fração residual possui baixa mobilidade no solo mas pode ser disponível para as plantas e causar toxidez.

  13. Metais pesados em solos de área de rejeitos de indústria de processamento de zinco

    OpenAIRE

    M. R. Ribeiro-Filho; N. Curi; J. O. Siqueira; P. E. F. da Motta

    1999-01-01

    Apesar de a poluição do solo ser amplamente constatada, estudos sobre as concentrações e formas dos metais pesados em solos e seus efeitos no ecossistema são ainda pouco enfatizados, principalmente em condições tropicais. O presente estudo foi desenvolvido em área de rejeitos de uma unidade de extração e industrialização de zinco pertencente à Companhia Mineira de Metais-CMM, em Três Marias (MG), com o objetivo de avaliar as quantidades e formas de metais pesados em sete locais representativo...

  14. Efeitos Tóxicos de Arsênio em Eisenia Andrei em Exposição a Solos do Entorno de Minerações de Ouro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Henrique Alves

    2015-06-01

    Full Text Available Os produtos das atividades de mineração têm grande relevância econômica no Estado de Minas Gerais, Brasil. No entanto, seus inúmeros danos à biota, incluindo a fauna edáfica, resultam na necessidade de recuperação e biomonitoramento dessas áreas e do seu entorno. Considerando a importância ecológica e o potencial bioindicador das minhocas, o objetivo deste estudo foi avaliar a toxicidade de arsênio presente em solos do entorno de minerações de ouro, nas bacias dos rios Doce e São Francisco, a oligoquetas da espécie Eisenia andrei Bouché. Amostras de solos dessas áreas foram caracterizadas em relação às suas propriedades físicas e químicas, incluindo os metais Fe, Al, Cu, Ni, Zn e Mn e do metaloide As; com elas, foram conduzidos bioensaios, que avaliaram a sobrevivência, reprodução e variação da biomassa dos organismos. Também foram realizados testes de sensibilidade dessa espécie ao As adicionado a solo artificial tropical e em solo natural. Houve evidente efeito tóxico sobre a reprodução dessa espécie, que esteve altamente correlacionado com as concentrações de As nas amostras (r = -0,80. Amostras de solos naturais de locais avaliados nas duas áreas apresentaram concentrações de As acima do limite estipulado pela Resolução Conama nº 420 de 2009, chegando a 2.388,2 mg kg-1. A CL50 do As em solo artificial tropical (207,4 mg kg-1 foi seis vezes menor que a do solo natural (1.248,1 mg kg-1. A menor biodisponibilidade do As nos solos naturais foi atribuída a sua associação com o minério de Fe presente nas amostras. Concluiu-se que os solos do entorno de áreas de mineração causaram toxicidade crônica a E. andrei, em termos de sua reprodução, o que demonstrou o potencial de danos dessas atividades sobre a fauna edáfica dessas áreas. O estudo também forneceu informações ecotoxicológicas que podem ser úteis em avaliações de risco ambiental em solos tropicais.

  15. Fatores envolvidos na supressividade a Rhizoctonia solani em alguns solos tropicais brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. A. Rodrigues

    1998-06-01

    Full Text Available O experimento foi realizado em condições de casa de vegetação, na Universidade Federal de Uberlândia, no período de março a agosto de 1995, visando determinar, em sete classes de solo, a supressividade ao fungo Rhizoctonia solani e estudar o possível relacionamento dessa característica com a mineralogia, propriedades físicas e químicas e populações de fungos do solo. Após proceder à inoculação dos solos com R. solani, multiplicada em grãos de sorgo autoclavados, observou-se que o índice de doença em plântulas de soja aumentou em todos eles. Tal índice foi sempre maior na camada de 0-20 cm, associando-se com o maior teor de matéria orgânica, com exceção do Solo Orgânico eutrófico (SOe, o qual apresentou um índice de doença similar nas duas profundidades (0-20 e 20-40 cm. O efeito supressivo a R. solani, observado no material do Plintossolo distrófico (PTd e no Latossolo Vermelho-Escuro álico (LEa, relacionou-se com a textura muito argilosa, com a alta saturação por alumínio e com a vegetação (fase cerrado, mesmo com a ausência de Trichoderma spp. Os materiais do Solo Orgânico eutrófico (SOe, do Latossolo Roxo distrófico (LRd e da Terra Roxa Estruturada eutrófica (TRe apresentaram maior conducividade a R. solani , possivelmente relacionada com o caráter eutrófico e com o teor da matéria orgânica, decorrente do tipo de cobertura vegetal (fase vegetação. O material do Latossolo Vermelho-Escuro álico textura média (LEam e o do Latossolo Vermelho-Amarelo álico (LVa mostraram comportamento intermediário. O índice de doença correlacionou-se negativamente com a saturação por alumínio e teor de argila e positivamente com a saturação de bases (V e com o pH. A mineralogia parece não ter influência direta na supressividade ou conducividade dos solos estudados, provavelmente por variar apenas no que se refere às formas de óxidos de ferro.

  16. Disponibilidade de silício e biomassa de milho em solo contaminado por chumbo tratado com silicato Availability of silicon and maize biomass in a lead contaminated soil treated with silicate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josângela do Carmo Trezena de Araújo

    2011-10-01

    Full Text Available A absorção de Si pelas plantas tem resultado em efeitos benéficos e amenizantes da fitotoxicidade de metais pesados, o que pode melhorar a fitoextração de metais do solo em razão do aumento da tolerância das plantas ao metal. Os níveis críticos de Si no solo, em relação a algumas espécies de plantas, ainda estão sendo estabelecidos no Brasil. No entanto, ainda não está definido qual o melhor extrator a ser usado. Neste trabalho objetivou-se avaliar a eficiência dos métodos de extração de Si (cloreto de cálcio, ácido acético, ácido cítrico e água, além de determinar a produção de matéria seca, teor e conteúdo de silício em plantas de milho em solo contaminado por chumbo. As doses de 0, 100, 250, 350 e 500 mg kg-1 de Si, foram aplicadas em vasos de 5,5 dm-3, cultivados com plantas de milho por 65 dias. Com aplicação de doses de Si maiores que 100 mg kg-1 houve redução da produção de matéria seca de plantas de milho cultivadas no solo contaminado. A adição de doses crescentes de Si ao solo contaminado promoveu aumento dos teores de Si na parte aérea e raiz das plantas. O cloreto de cálcio e o ácido acético foram os extratores que mais se correlacionaram com os teores de Si extraídos pelas plantas.The absorption of silicon by plants can result in the amelioration of heavy metal phytotoxicity, thereby improving phytoextraction due to increased plant tolerance. The critical levels of Si in the soil for plant species in Brazil are still being discussed, however the best extractant for Si has not yet been defined. This work aimed to evaluate the effectiveness of methods for Si extraction from soil (calcium chloride, acetic acid, citric acid, and water. In addition, the biomass yield, concentration and content of Si in maize plants grown in a Pb-contaminated soil were also studied. Si was applied at the rates 0, 100, 250, 350, and 500 mg kg-1 in 5.5 dm-3 pots in which 65 day old plants were cultivated. The Si

  17. Efeito da desinfestação do solo pelo uso da energia solar sobre fungos micorrízicos arbusculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. Randig

    2002-03-01

    Full Text Available O uso da energia solar como método de desinfestação do solo apresenta como vantagens, além do baixo custo, ausência de riscos para a saúde humana e para o meio ambiente. Seus efeitos sobre microrganismos benéficos são, entretanto, pouco conhecidos. Objetivou-se, neste estudo, avaliar dois métodos de desinfestação do solo por meio da energia solar, quanto aos seus efeitos sobre fungos micorrízicos arbusculares (FMA. Os experimentos foram realizados na Embrapa Clima Temperado, Pelotas (RS, avaliando-se o efeito da solarização e de um coletor solar sobre uma população nativa de fungos micorrízicos. Após 30dias de tratamento, o potencial de inóculo de FMA, determinado pela técnica do número mais provável, foi reduzido em 93% pela solarização e em 99% pelo coletor solar. Verificou-se, ainda, que nas plantas de milho cultivadas em solo tratado durante dois dias no coletor solar, a colonização micorrízica foi, em média, inferior a 1%, não havendo colonização após nove dias de tratamento.

  18. Fósforo microbiano em solos sob pastagem natural submetida à queima e pastejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Bittencourt de Oliveira

    2011-10-01

    Full Text Available Em ecossistemas de pastagens naturais deficientes em P disponível, a imobilização temporária do P na biomassa microbiana e sua posterior mineralização podem ser considerados mecanismo potencial de suprimento de P às plantas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da queima e do pastejo da vegetação campestre sobre a dinâmica do P no solo, com ênfase no conteúdo de P imobilizado na biomassa microbiana. Os tratamentos consistiram da associação do pastejo (presença ou ausência e da queima (ausência ou presença numa pastagem natural manejada há 13 anos com histórico de queimadas e de pastejo nas posições de relevo de encosta (Argissolo e de baixada (Planossolo. A queima e o pastejo foram arranjados em delineamento completamente casualizado com quatro repetições. Coletaram-se amostras de solo na camada de 0-10 cm em duas épocas, durante a estação de crescimento da pastagem natural, sempre logo após o pastejo. A carga animal utilizada foi calculada adotando-se uma taxa de utilização de 20-35 % da massa de forragem. Determinaram-se o teor de P armazenado na biomassa microbiana do solo, o teor de P total e o de P orgânico total. A análise estatística dos resultados foi baseada em análise de variância via testes de aleatorização. O teor de P microbiano do solo sob pastagem natural variou de 11,4 a 57,3 mg kg-1, representando, em média, 38 e 32 % do P orgânico total do solo, na primeira e na segunda coleta, respectivamente. O P imobilizado na biomassa microbiana constitui a reserva potencial de P capaz de suprir a demanda de espécies nativas nas pastagens naturais, além de ser indicador mais sensível que o teor de P orgânico total do solo para detectar as alterações promovidas pelo pastejo. O manejo das pastagens naturais com fogo diminui a amplitude do incremento de P microbiano decorrente do pastejo.

  19. Atributos dos solos e riscos de lixiviação de metais pesados em solos tropicais / Soil attributes and risk of leaching of heavy metals in tropical soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milton César Costa Campos

    2010-12-01

    Full Text Available A influência nociva dos íons metálicos no ecossistema via contaminação das águas, dos solos e consequentemente dos organismos vivos nos últimos anos têm despertado grande interesse na compreensão do comportamento e dos mecanismos de transporte dos metais no solo e em outros compartimentos do ambiente. Sendo assim, o objetivo desta revisão foi discutir aspectos do solo e suas relações com o comportamento dos metais pesados e seus possíveis riscos de lixiviação. É sabido que de maneira geral, os metais pesados comportam-se no solo dependendo dos seguintes atributos, pH, quantidade de matéria orgânica, potencial redox, tipologia e quantidade da argila. Por outro lado, em ecossistemas tropicais, onde predominam solos altamente intemperizados, a movimentação dos metais pesados no perfil do solo é governada principalmente pelo regime hídrico, capacidade de retenção do solo e posição do solo na paisagem. Apesar da importância do tema, os estudos ainda são bastante incipientes e preliminares, necessitando de investigações mais aprofundadas que enfatize as particularidades de cada elemento e suas interações no solo em ecossistemas tropicais, possibilitando o estabelecimento de ações preventivas para evitar a contaminação dos recursos naturais.

  20. Teores naturais de bário em solos de referência do estado de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Miranda Biondi

    2011-10-01

    Full Text Available O bário (Ba é um metal alcalino terroso de ocorrência natural no solo. É constituinte de carbonatos, sulfatos e silicatos e ocorre como substituto isomórfico de elementos como Ca e K nos minerais. Quando disponível em elevados teores no solo, o Ba pode causar toxidez a diversos organismos vivos. Para considerar que determinado solo está livre de contaminação por esse elemento, faz-se necessário conhecer os teores de Ba nesse solo em condição natural. Portanto, a determinação de teores naturais de Ba em solos é essencial para a construção de uma legislação que sirva de base ao monitoramento e remediação de áreas contaminadas por esse elemento e que seja adequada à realidade pedológica local. Nesse contexto, o objetivo desta pesquisa foi determinar os teores naturais de Ba como base de referência de qualidade para os Solos de Referência do Estado de Pernambuco. Foram coletadas amostras dos dois primeiros horizontes dos 35 perfis de referência, as quais foram submetidas à digestão ácida em micro-ondas (método 3051A. Nos extratos obtidos foi efetuada a determinação dos teores de Ba por ICP-OES. Observaram-se teores de Ba superiores aos valores de prevenção e de investigação estabelecidos pela legislação brasileira (CONAMA, 2009, corroborando a necessidade de maior conhecimento das diversidades regionais para a elaboração de normas nacionais. Os teores naturais de Ba determinados nos solos podem ser utilizados como base para a definição dos valores de referência de qualidade para Ba nos solos de Pernambuco, de acordo com o preconizado pela legislação nacional.

  1. Variabilidade espacial da resistência do solo à penetração e da taxa de estratificação de carbono orgânico do solo em um Latossolo Vermelho eutroférrico

    OpenAIRE

    Fidalski,Jonez; Tormena,Cássio Antonio; Gonçalves,Antonio Carlos Andrade; Oliveira Júnior,Rubem Silvério

    2006-01-01

    A compactação e a qualidade do solo são constantemente questionadas para a definição do manejo de solo em plantio direto. Os objetivos deste estudo foram avaliar a variabilidade espacial da resistência do solo à penetração, da densidade do solo e a taxa de estratificação de carbono orgânico do solo em camadas de um Latossolo Vermelho eutroférrico, textura muito argilosa, em áreas contíguas de plantio direto com rotação de culturas e plantio direto com sucessão de culturas associado à escarifi...

  2. Sistemas de manejo do solo na recuperação de uma pastagem degradada em Rondônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Afrânio Ferreira Neves Junior

    2013-02-01

    Full Text Available Na região amazônica, pastagens formadas e conduzidas de forma inadequada perdem a produtividade durante os primeiros anos em razão de superpastejo, ausência de adubação e de manutenção e emprego de espécies inadequadas para as condições edafoflorísticas da região. O objetivo deste estudo foi quantificar as modificações ocasionadas por diferentes sistemas de manejo nos atributos físicos de um Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA, sob pastagem degradada no Estado de Rondônia, RO. Os sistemas de manejo utilizados nos tratamentos foram: T = testemunha; G = gradagem + NPK + micronutrientes; H = herbicida + NK + micronutrientes; A = plantio direto de arroz + NPK + micronutrientes; e S = plantio direto de soja + NPK + micronutrientes. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições. Para avaliar os tratamentos, amostras com estrutura indeformada foram coletadas em três profundidades (0-0,10; 0,10-0,20 e 0,20-0,30 m para determinar a curva de retenção da água no solo, densidade do solo, resistência do solo à penetração de raízes, macroporosidade, microporosidade, porosidade total, estimativa do intervalo hídrico ótimo (IHO, densidade máxima do solo (Dsmax e densidade relativa do solo (Dsrel. Os sistemas de manejo do solo adotados na recuperação da pastagem não proporcionaram melhorias significativas nos atributos físicos do solo, 40 meses após a implantação dos tratamentos. Em todos os sistemas de manejo, foram encontrados valores de densidade do solo acima do considerado ideal (1,40 Mg m-3 e abaixo do crítico (1,75 Mg m-3. Todos os sistemas de manejo apresentaram valores de densidade do solo relativa (Dsrel acima do valor adotado como crítico (Dsrel = 86 %, exceto no sistema em que foi realizado o preparo do solo na profundidade de 0-0,10 m. A qualidade física do solo, avaliada pelo IHO, diminuiu com o aumento da profundidade do solo.

  3. Teores de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni E Co em solos de referência de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Miranda Biondi

    2011-06-01

    Full Text Available Metais pesados formam um grupo de elementos com particularidades relevantes e de ocorrência natural no ambiente, como elementos acessórios na constituição de rochas. Esses elementos, apesar de associados à toxidez, exigem tratamento diferenciado em relação aos xenobióticos, uma vez que diversos metais possuem essencialidade (Fe, Mn, Cu, Zn e Ni e benefício (Co comprovados para as plantas. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi determinar os teores naturais dos metais Fe, Mn, Zn, Ni, Cu e Co nos solos de referência de Pernambuco. Foram coletadas amostras de solo nas três regiões fisiográficas (Zona da Mata, Agreste e Sertão, dos dois primeiros horizontes dos 35 solos de referência do Estado de Pernambuco. A digestão das amostras baseou-se no método 3051A (USEPA, 1998, e a determinação foi efetuada em ICP-OES. Correlações significativas foram estabelecidas entre os metais e entre estes e a fração argila do solo, em ambos os horizontes, indicando a associação comum da maioria dos metais com solos mais argilosos. A maioria dos solos apresentou teores de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni e Co menores que os de solos de outras regiões do País, com litologia mais máfica, o que corrobora o fato de que os teores desses elementos são mais diretamente relacionados aos minerais Fe-magnesianos. Os resultados indicam baixo potencial dos solos de Pernambuco em liberar Cu, Co e Ni para plantas, enquanto deficiências de Zn, Fe e Mn são menos prováveis. Os teores naturais de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni e Co determinados podem ser utilizados como base para definição dos Valores de Referência de Qualidade para os solos de Pernambuco, de acordo com o preconizado pela legislação nacional.

  4. Crescimento de soja em solos em resposta a doses de Boro, calagem e textura do solo Soybean growth in response to boron dosages, liming and soil texture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodinei Facco Pegoraro

    2008-08-01

    Full Text Available Neste trabalho, objetivou-se quantificar a produção de matéria seca e os conteúdos de B, Ca e Mg na cultura da soja cultivada em solos com diferentes texturas que receberam doses crescentes de B e calagem, e correlacionar o conteúdo de B absorvido pela planta com o teor de B recuperado com água e CaCl2 ferventes sob influência de doses de boro e a calagem aplicadas em três solos distintos. O experimento foi conduzido em casa de vegetação em esquema fatorial 3 x 2 x 6, consistindo de três solos: textura arenosa (RQ, textura média (LVA1 e textura argilosa (LVA2, com e sem calagem, e seis doses de B (0; 1,5; 3; 6; 9 e 15 mg dm-3, em blocos casualizados com três repetições. Determinou-se o teor de B no solo extraível com água e CaCl2 ferventes após 45 dias da adição das doses de B aos solos, massa de matéria seca da parte aérea e os teores de B, Ca e Mg na soja. Os teores de B recuperado, tanto pela água fervente, quanto pelo CaCl2 fervente foram semelhantes nos três solos estudados e, apresentaram altas correlações com o conteúdo de B e o peso de matéria seca. As doses de B adicionadas aumentaram a sua absorção pelas plantas, mas causaram redução na produção de matéria seca da parte aérea nos solos RQ (textura arenosa, LVA1 (textura média e o LVA2 (textura argilosa com calagem, neste último solo, o efeito é minimizado na presença de maior teor de argila.This work aimed to quantify the dry matter production and the contents of B, Ca and Mg in soybean plants grown in soils with different textures, which received increasing doses of B, and liming. Additionally, it was correlated the B contents in the plants with the B recovered from the soil with boiling water and CaCl2. The experiment was carried out in a greenhouse in a factorial 3 x 2 x 6 (three soils: sand texture (RQ, loamy sand (LVA1 and clayey (LVA2 textures; with and without liming; and six B doses: 0; 1,5; 3; 6; 9 and 15 mg dm-3 arranged in a entirely

  5. Teor e dinâmica do carbono no solo em sistemas de integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio Cesar Salton

    2011-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade de sistemas de manejo do solo alterarem os teores e a dinâmica do carbono no solo. Foram avaliados a vegetação natural e sistemas de manejo compostos de pastagens, lavouras anuais em preparo convencional e em plantio direto, e rotação de pastagem com lavoura, em experimentos de longa duração conduzidos em Dourados, Maracaju e Campo Grande, MS. Os experimentos foram dispostos em delineamento inteiramente casualizado, em Dourados e Maracaju, e em blocos ao acaso em Campo Grande. Foram determinados os teores e os estoques de C total no solo e em frações granulométricas da matéria orgânica do solo (MOS. A qualidade da MOS foi estimada pela relação entre o C nas frações lábil e não lábil, e expressa na forma de labilidade. A pastagem, permanente ou em rotação com lavouras, aumentou o C na fração particulada e a labilidade da MOS. As menores taxas de acúmulo e os menores estoques de C no solo foram observados nos sistemas apenas com lavouras anuais, enquanto os maiores valores foram registrados nos sistemas com pastagens.

  6. Crescimento em altura dominante do Pinus elliottii e Pinus taeda em solos arenizados degradados no oeste do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Renato Schneider

    2013-11-01

    Full Text Available A introdução de espécies florestais de rápido crescimento em áreas com solos arenizados e degradados pode ser uma alternativa tanto para a prevenção como para a minimização desse problema. O trabalho objetivou avaliar o crescimento em altura dominante do Pinus elliottii Engelm. e Pinus taeda L. em relação aos solos arenizados e degradados por ação antrópica, no oeste do estado do Rio Grande do Sul (RS. Para isso, foram selecionadas árvores dominantes em povoamentos com 29 anos de idade, em áreas com dois níveis de degradação, as quais foram abatidas e seccionadas pelo método de Smalian para a obtenção de discos de madeira para a análise dendrocronológica e determinação da altura dominante por idade, no período de 1982 a 2010. Os crescimentos em altura dominante dessas espécies, quando comparados entre si e por nível de degradação do solo, apresentaram tendências diferentes de desenvolvimento no tempo, indicando a presença de polimorfismo das curvas.

  7. Mineralização e efeitos de biocarvão de cama de frangosobre a capacidade de troca catiônica do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Alberto de Andrade

    2015-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi caracterizar o processo de mineralização do C em amostras de cama de frango e de seu respectivo biocarvão, além de determinar a capacidade de troca catiônica (CTC e as taxas de mineralização do C nos solos tratados com cama de frango e biocarvão. A mineralização do C foi avaliada em experimento com quantificação do C-CO2 liberado a partir de incubação (64 dias de misturas de solo com cama de frango e de solo com biocarvão, em doses equivalentes a 0, 1.000, 2.000, 4.000 e 8.000 mg kg-1 de C. Ao final da incubação, determinaram-se, nas amostras de solo, o teor de C, o pH e a CTC. A mineralização do C dos materiais obedeceu à cinética química de primeira ordem. Os fluxos de C-CO2 foram mais intensos dos 20 aos 40 dias de incubação, seguidos da redução desses fluxos até a estabilização no tempo. As taxas de mineralização do C da cama de frango e de seu biocarvão foram respectivamente de 49,7 e 5,1%. Incrementos da CTC foram observados nos tratamentos com biocarvão, em consequência da elevação do pH, e, em ambos os materiais, em consequência de alterações do teor de C no solo.

  8. Zinc availability for corn grown on an oxisol amended with flue dust Disponibilidade de zinco para o milho em latossolo vermelho tratado com pó-de-aciaria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gláucia Cecília Gabrielli dos Santos

    2006-12-01

    -3 e um solo (Latossolo Vermelho com dois valores de pH (5,0 e 6,0. Os tratamentos foram distribuídos em esquema fatorial com três repetições. A disponibilidade de zinco foi determinada por DTPA pH 7.3, Mehlich-1 e Mehlich-3 e a atividade do Zn2+ livre na solução do solo foi calculada pelo modelo MINTEQ. Nos dois valores de pH estudados, tanto a atividade do Zn2+ como os três métodos de extração foram igualmente eficientes em avaliar a disponibilidade de zinco para as plantas em solos tratados com pó de aciaria. Mais que 70% do Zn total presente no extrato de saturação estava como íon livre e o restante complexado com SO4(2- e OH-, independente do pH do solo. O pó de aciaria é uma fonte de zinco para as plantas. Todos os métodos testados foram eficientes em estimar a disponibilidade de Zn para o milho, independente do pH

  9. Fenóis derivados da lignina, carboidratos e aminoaçúcares em serapilheira e solos cultivados com eucalipto e pastagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodinei Facco Pegoraro

    2011-04-01

    Full Text Available O cultivo de espécies florestais como o eucalipto em solos ocupados por pastagens pode levar a alterações no processo de decomposição de resíduos vegetais e na formação da matéria orgânica do solo (MOS, principalmente por alterar a contribuição de diferentes compostos orgânicos e modificar a atividade e a diversidade microbiana. Neste sentido, o presente estudo teve o objetivo de avaliar alterações causadas pelo cultivo do eucalipto em compostos orgânicos, tais como: fenóis derivados de lignina, carboidratos e aminoaçúcares, visando identificar o estádio de decomposição e a contribuição de compostos de origem microbiana para a MOS em solos do litoral Norte do Espírito Santo em comparação àqueles de pastagem. Os resultados indicaram menor aporte de carboidratos e teor de lignina similar na serapilheira de eucalipto em comparação àqueles da pastagem. Os fenóis derivados de lignina, que se caracterizaram pela presença de compostos do grupo cinamil (ácidos ferúlico e p-coumárico em maior teor, refletiram em maior acúmulo destes compostos e carboidratos totais no solo de pastagem, embora os teores totais de lignina, COT, NT e aminoaçúcares tenham sido semelhantes entre os cultivos. Nos solos cultivados com eucalipto obteve-se maior contribuição de componentes de origem vegetal (menor relação H/P para a MOS que aqueles de origem microbiana em comparação aos solos sob pastagem. O teor de determinados aminoaçúcares, como a glucosamina, nos solos indicou que os fungos são mais abundantes que bactérias e actinomicetos, especialmente no solo de pastagem.

  10. Propriedades físicas e químicas em diferentes usos do solo no Brejo Paraibano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Sousa Silva

    2013-08-01

    Full Text Available A substituição da vegetação nativa no Brejo Paraibano, inicialmente por cana-de-açúcar e mais recentemente por pastagens, em relevo fortemente ondulado, causaram sérios problemas de degradação do solo. Atualmente, partes dessas pastagens estão dando lugar ao plantio de sabiá (MIMOSA CAESALPINIAEFOLIA: Benth. Objetivou-se, neste trabalho, analisar o efeito dessas mudanças nas propriedades físicas e químicas do solo e no desenvolvimento das raízes. O experimento foi conduzido no município de Areia, PB, em um Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico. Os tratamentos foram representados por três diferentes usos: mata secundária, cultivo de sabiá e pastagem com braquiária (BRACHIARIA DECUMBENS: . As amostras de solo foram coletadas nas diferentes áreas, em três posições da encosta: parte superior, mediana e inferior. Em cada posição, coletou-se solo em três diferentes pontos em quatro profundidades: 0,0-2,5; 2,5-5,0; 5,0-10,0; e 10,0-20,0 cm, para análises físicas e de raízes. Foram feitas amostras compostas para as análises químicas e do conteúdo de argila. O experimento foi conduzido num delineamento inteiramente casualizado, com medidas repetidas no espaço. Observou-se que a agregação, densidade e a porosidade total apresentaram melhores resultados na área de mata nativa secundária. A substituição da área de pasto por sabiá prejudicou a agregação, mas não alterou a densidade e a porosidade total do solo. Os teores de nutrientes foram maiores na área de sabiá, embora sejam significativos apenas para o K e a saturação por bases. As mudanças no uso do solo sempre causam degradação de suas propriedades físicas e químicas, mas, quando essa substituição é feita por um sistema menos agressivo, é difícil perceber modificações em pouco tempo de uso.

  11. Eficiência simbiótica de fungos micorrízicos arbusculares em solo não fumigado, para mamoeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. V. Trindade

    2000-09-01

    Full Text Available Para que os fungos micorrízicos arbusculares (FMA possam ser utilizados em um programa de inoculação, é necessário que sejam capazes de apresentar eficiência simbiótica em solo que contenha populações indígenas de FMA. Com o objetivo de avaliar a eficiência simbiótica e o potencial de inoculação de fungos MA em solo não fumigado, para o mamoeiro, foi desenvolvido um experimento em condições de casa de vegetação da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Cruz das Almas (BA, utilizando a variedade de mamoeiro Tainung nº 1. Utilizou-se amostra de um Latossolo Amarelo álico que continha 3 mg dm-3 de P disponível e que recebeu doses crescentes de P (0, 20, 40, 80 e 140 mg dm-3, combinadas com inoculação de três espécies previamente selecionadas e três isolados nativos de FMA, obtidos de agrossistema de mamoeiro. As plantas foram inoculadas com solo-inóculo no ato da repicagem e cultivadas por 50 dias, quando se determinaram a colonização, matéria seca da parte aérea e teores de nutrientes nas plantas. Todos os fungos inoculados apresentaram eficiência simbiótica em solo não fumigado, destacando-se Glomus clarum, Gigaspora margarita e isolado 29 (Gigaspora sp., que apresentaram eficiência alta. Os isolados nativos foram mais eficientes em doses mais elevadas de fósforo no solo; a eficiência esteve relacionada com a absorção de fósforo e potássio. Os fungos previamente selecionados em solo fumigado foram também eficientes em solo que continha população indígena de FMA, portanto, validando este procedimento.

  12. Resposta espectral de solos em razão do ângulo de visada, da umidade e da rugosidade superficial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ACCIOLY LUCIANO JOSÉ DE OLIVEIRA

    2000-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar as variações do fator de refletância bidirecional (FRB de três séries de solo (McAllister, Stronghold e Epitaph da microbacia experimental de Walnut Gulch (Arizona, EUA em razão do ângulo de visada, da rugosidade superficial e do teor de umidade. Foram consideradas as faixas espectrais do visível e do infravermelho próximo e médio presentes no sensor TM, e os resultados foram expressos em termos de FRB em relação à resposta no Nadir (FRB relativo. O anisotropismo variou de solo para solo e foi maior nas menores faixas espectrais, nos ângulos de visada maiores localizados na direção do retroespalhamento, nos ângulos solar-zenitais maiores, e na condição de solo seco. No solo Epitaph (único solo submetido ao estudo de rugosidade o anisotropismo foi também maior na superfície mais rugosa. Entretanto, uma melhor diferenciação entre as superfícies lisa e rugosa do solo Epitaph foi obtida na direção do espalhamento da energia refletida. Diferenças na escala e nos métodos de obtenção dos dados são apontadas como causas do realce do comportamento anisotrópico dos dados obtidos em condições de laboratório, em comparação com os dados de campo.

  13. PRESERVANDO CECROPIAIS NATIVOS EM PAISAGENS AMAZÔNICAS: UMA ESTRATÉGIA ECOLÓGICA EM SOLOS DEFICIENTES POR FÓSFORO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Chaves de Oliveira

    2010-06-01

    Full Text Available A conservação de espécies prestadoras de serviços ecológicos em paisagens amazônicas como os agros-ecossistemas locais do Baixo Amazonas é de extrema importância no input de minerais através da serrapilheira produzida por estas espécies. Os cecropiais nativos, formados pela espécie Cecropia palmata, dentre outras, a qual é acumuladora de fósforo (P em tecidos foliares e cascas podem prestar um serviço ecológico em paisagens amazônicas com deficiência por fósforo. Os objetivos desta pesquisa foram a observação da translocação do fósforo em folhas ontogeneticamentes diferentes de Cecropia palmata; bem como, a análise da dinâmica do fósforo em solos sob conglomerados de Cecropia palmata. Os teores de fósforo (P em tecidos foliares de Cecropia palmata demonstraram valores elevados, em torno de 8.4 mg/kg em folhas novas e 5,6mg/kg em folhas com maturação fisiológica, sugerindo serrapilheira de alta qualidade para o ambiente. Além disso, os solos sob influência da rizosfera desta espécie apresentaram importantes hot spots de fósforo.

  14. Crescimento e nodulação de Acacia mangium, Enterolobium contortisiliquum e Sesbania virgata em solo contaminado com metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I. C. B. Trannin

    2001-09-01

    Full Text Available Um dos desafios atuais da pesquisa é encontrar plantas e microssimbiontes tolerantes e que possibilitem a revegetação de áreas degradadas por excesso de metais pesados. Este experimento foi realizado no período de agosto a dezembro de 1998, em casa de vegetação do Departamento de Ciência do Solo da UFLA, Lavras (MG, com o objetivo de avaliar a tolerância a metais pesados e a capacidade de estabelecimento de simbiose de rizóbio de diferentes origens com Enterolobium contortisiliquum (tamboril, Acacia mangium (acácia e Sesbania virgata (sesbânia, em misturas de solos, que continham proporções de solo contaminado (PSC: (0, 15, 30, 45 e 60% v/v com Zn, Cd, Pb e Cu (18.600, 135, 600 e 596 mg dm-3, extraídos por aqua regia, respectivamente, diluído em Latossolo Vermelho distrófico. Estirpes recomendadas (E e isolados de solo contaminado (ISC e de solo não contaminado (ISNC, cuja tolerância a Cu, Cd e Zn foi determinada previamente "in vitro", foram inoculados. O aumento da PSC nas misturas inibiu o crescimento vegetativo, a produção de matéria seca e a nodulação das três espécies. A simbiose tamboril-BR4406 foi a mais tolerante e acácia-BR3617 a mais sensível à contaminação do solo. Os ISC que foram mais tolerantes "in vitro" formaram nódulos eficientes em solo sem contaminação, mas foram ineficientes em solos contaminados. Na PSC 15% (Zn = 750; Cd = 22,1; Pb = 65,1 e Cu = 111 mg dm-3 extraídos por DTPA a atividade específica da nitrogenase aumentou 5 e 10 vezes em relação ao solo sem contaminação para as simbioses sesbânia-BR5401 e tamboril-BR4406, respectivamente. A tolerância de rizóbio a metais "in vitro" não correspondeu à tolerância da simbiose em solo contaminado.

  15. Fungos micorrízicos arbusculares em solos de área poluída com metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. Klauberg-Filho

    2002-03-01

    Full Text Available Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ocorrem de forma generalizada e formam importante simbiose com a maioria das plantas, mesmo em solos poluídos com metais pesados. Neste estudo, avaliaram-se a ocorrência e a diversidade dos FMAs em quatro locais com gramíneas em uma área de solo contaminado com metais pesados pela extração e industrialização do Zn. Verificou-se a ocorrência generalizada dos FMAs nos locais estudados, sendo esta influenciada pelas concentrações de metais no solo. Encontrou-se um total de 21 espécies, sendo: sete pertencentes ao gênero Acaulospora, seis de Scutellospora, cinco de Glomus, duas de Gigaspora e uma de Entrophospora,Glomus occultum, Acaulospora morrowiae, Acaulospora mellea, Glomus intraradices, Glomus clarum e Scutellospora pellucida foram as de maior ocorrência. A densidade de esporos, a riqueza de espécies e o aumento da dominância relacionaram-se inversamente com as concentrações de metais no solo. Acaulospora mellea, Glomus clarum e Glomus occultum dominaram as populações de esporos no solo. Concluiu-se que os metais pesados exerceram efeito diferenciado sobre os FMAs, dependendo do grau de poluição.

  16. Suprimento e absorção de fósforo em solos submetidos a diferentes sistemas de preparo

    OpenAIRE

    Alaerto Luiz Marcolan

    2006-01-01

    A absorção de fósforo é determinada por processos e mecanismos que integram o seu fluxo no sistema solo-planta que, por sua vez, são afetados por fatores de solo e de planta, os quais podem ser descritos por modelos de simulação. Este trabalho teve por objetivo verificar o efeito dos fatores de solo e de planta que atuam na liberação, no suprimento e na absorção de fósforo e no crescimento da soja, em solos com diferentes características difusivas em plantio direto e preparo convencional, e s...

  17. CULTIVO DE MILHO COM ESGOTO DOMÉSTICO TRATADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amistander José dos Santos

    2015-01-01

    Full Text Available A crescente demanda por água para abastecimento vem gerando por consequênciaum aumento no volume de água residuária, que requer cuidados especiais para suadisposição final. Nesse sentido esse trabalho se propõe estudar a destinação da água deesgoto doméstico tratado para uso agrícola, tendo como objetivo avaliar os efeitos daaplicação de água residuária provenientes da lagoa aerada e lagoa de maturação, de estaçãode tratamento de esgoto sanitário sobre o sistema solo-planta, produtividade agrícola eoutras características agronômicas da cultura do milho. O experimento foi conduzido emestufa agrícola, utilizando os seguintes tratamentos: T0- água da chuva sem adubação(APS; T1- água chuva + adubação recomendada pela análise de solo (APA; T2 - águaresiduária, sem adubação coletado na saída da lagoa de maturação (ARF e T3 - águaresiduária, sem adubação coletada na saída da lagoa aerada (ARE. Foram feitas análise daágua de turbidez, da condutividade elétrica (CE, dos sólidos totais, do pH, do ortofosfatosolúvel, do Nitrogênio amoniacal ( NH4+, Ca2+ e Mg2+, Na+, da alcalinidade, da Razão deAdsorção de Sódio e DBO. Analisou-se ainda a fertilidade do solo e as variáveisrelacionadas à cultura como altura média da planta, matéria seca, teores de macronutrientese micronutrientes do tecido foliar. De modo geral, o uso de água residuária melhorou afertilidade do solo, sendo mais eficiente que o uso de água de chuva + adubaçãoconvencional para elevar o pH do solo e em diminuir os teores de Al3+ trocável e de H+Ale tão eficiente quanto para elevar a soma de bases (SB, a capacidade de troca catiônicaefetiva (CTC e saturação por bases (V. Entretanto nas condições desse ensaio, foi possívelconcluir que no presente estudo, evidenciaram-se limitações da utilização de águasprovenientes da lagoa facultativa na irrigação do milho (Zea mays L. em relação ao Na+ nosolo e a RAS, devendo ser

  18. Adsorção de boro em solos de várzea do Sul de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Azevedo Watson Rogério de

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a adsorção de B em quatro solos de várzea da região de Lavras, MG, por meio dos parâmetros das isotermas de Langmuir e Freundlich, no período de outubro a novembro de 1998. Amostraram-se solos Aluvial, Glei Pouco Húmico, Glei Húmico, e Orgânico artificialmente drenado, coletados na camada de 0-20 cm e peneirados para 2 mm. Amostras com e sem calagem foram incubadas durante 30 dias. Duplicatas de 4,0 g de solo de cada classe foram acondicionadas em tubos de polietileno com oito diferentes doses de B (0, 2, 4, 8, 12, 16, 24 e 32 mig mL-1 preparadas em CaCl2.2H2O 0,01 mol L-1, com ácido bórico como fonte. Os teores de B na solução de equilíbrio foram determinados pelo método da Azometina-H. Os resultados mostraram que alto teor de matéria orgânica confere ao solo Glei Húmico maior capacidade de adsorver boro. A matéria orgânica, a superfície específica, caulinita e alumínio trocável foram os atributos dos solos que se correlacionaram diretamente com a capacidade máxima de adsorção de B (CMAB. A calagem proporcionou diminuição da CMAB em todos os solos.

  19. Propriedades físico-hídricas do solo e demanda energética de haste escarificadora em Argissolo compactado.

    OpenAIRE

    MENTGES, M. I.; REICHERT, J. M.; ROSA, D. P. da; VIEIRA, D. A.; ROSA, V. T. da; REINERT, D. J.

    2010-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da compactação nos atributos físico-hídricos do solo e na demanda energética da haste escarificadora, além de avaliar as propriedades físico-hídricas abaixo da profundidade de trabalho da haste. O trabalho foi conduzido em Argissolo Vermelho-Amarelo de textura francoarenosa, com os seguintes tratamentos: plantio direto por 13 anos; plantio direto por 13 anos em solo escarificado; plantio direto em solo com compactação adicional; e plantio direto ...

  20. Preparo do solo e emissão de CO2, temperatura e umidade do solo em área canavieira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliano L. Iamaguti

    2015-05-01

    Full Text Available O preparo mecânico do solo é uma das práticas agrícolas que contribuem para o aumento da perda de carbono via emissão de CO2 do solo (FCO2. Com este trabalho objetivou-se investigar o efeito de três sistemas de preparo do solo na FCO2, temperatura e umidade do solo em área de reforma da cultura de cana-de-açúcar. A área experimental foi constituída de três parcelas, cada uma recebendo um dos preparos do solo: preparo convencional (PC, subsolagem convencional (SC e subsolagem localizada (SL. A FCO2, temperatura e a umidade do solo foram avaliadas durante o período total de 17 dias. A FCO2 foi maior no preparo PC (0,75 g CO2 m-2 h-1. A temperatura do solo não diferiu (p > 0,05 entre as subsolagens: SL (26,2 ºC e SC (25,9 ºC. A umidade do solo foi maior na SL (24%, seguida pela SC (21,8% e preparo PC (18,3%. Apenas no preparo PC foi observada correlação significativa (r = –0,71; p < 0,05 entre FCO2 e a temperatura do solo. O preparo PC apresentou emissão total (2.864,3 kg CO2 ha-1, superior às emissões nas subsolagens: SC (1.970,9 kg CO2 ha-1 e SL (1.707,7 kg CO2 ha-1. A conversão do sistema de preparo PC para a SL diminuiu as emissões de CO2 do solo, reduzindo a contribuição da agricultura para o aumento dos gases de efeito estufa na atmosfera.

  1. Interação silício e alumínio em plantas de arroz de terras altas cultivadas em solo alumínico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Barbosa de Freitas

    2012-04-01

    Full Text Available Solos com altos teores de Al tóxico podem causar diversos danos às plantas e, como consequência, diminuir sua produtividade; assim, seu manejo torna-se imprescindível para obter maiores produtividades, e o Si pode ser alternativa para diminuir a toxidez por Al em plantas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a interação entre Si e Al em plantas de arroz de terras altas cultivadas em solo naturalmente alumínico de textura média arenosa. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos inteiramente casualizados, dispostos em esquema fatorial 2 x 5 com quatro repetições. Os tratamentos empregados foram dois cultivares de arroz de terras altas: BRS Talento (não tolerante ao Al, moderno e Guarani (tolerante ao Al3+, tradicional, além de cinco doses de Si (0, 30, 60, 90 e 120 mg dm-3 adicionadas ao solo. O Si fornecido ao solo contribuiu amenizando a toxidez por Al em ambos os cultivares, porém só houve acréscimo em produtividade no cultivar BRS Talento. Houve correlação positiva para produtividade de grãos do cultivar BRS Talento e teor de Si nas folhas; já o teor de Al nas folhas correlacionou-se com a produtividade de forma negativa; e também houve correlação negativa entre os teores de Si e Al nas folhas, indicando que há interação entre Si e Al em plantas de arroz.

  2. Interações silício-fósforo em solos cultivados com eucalipto em casa de vegetação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carvalho Rui

    2001-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve o objetivo de avaliar as interações Si-P em dois solos, por meio do estado nutricional de P em mudas de Eucalyptus grandis sob efeito de aplicação de Si. Foram conduzidos dois experimentos em casa de vegetação, utilizando como substratos as camadas superficiais (0-20 cm de profundidade de um Latossolo Vermelho-Escuro fase cerrado e de um Cambissolo fase campo cerrado da zona fisiográfica Campos das Vertentes, MG . Cada solo foi submetido a três incubações seqüenciais: CaCO3 + MgCO3 para manter o pH em torno de 6, fertilização básica, incluindo o P em dose única, para manter 0,2 mg L-1 de P em solução e seis doses de Si (CaSiO3 definidas com base na dose de P. Foram avaliados a produção de matéria seca da parte aérea (MSPA, conteúdo de P e Si na MSPA e frações fosfatadas e fosfatase ácida em folhas apicais aos 60, 90 e 120 dias após o transplantio das mudas para os vasos. Ajustaram-se superfícies de resposta para essas variáveis em razão das doses de Si e das épocas. Mudas cultivadas no Cambissolo tiveram ganho de 15,25% no conteúdo de P na MSPA. Frações fosfatadas e atividade da fosfatase ácida em plantas não mostraram sensibilidade para avaliar a interação Si-P nos dois solos.

  3. Soil structure degradation in patches of alfalfa fields Degradação da estrutura do solo em "patches" em pastagens de alfafa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Celeste Miretti

    2010-10-01

    propriedades do solo que podem afetar a produtividade da alfafa nos patches (PA e nas áreas normais (NA. Adicionalmente, os conteúdos de macro e micronutrientes foram determinados nas duas áreas. O experimento foi conduzido numa fazenda com solo Argiudol áquico. Dezoito pontos de amostragem foram estabelecidos, nove em PA e nove em NA. Em cada ponto foram coletadas amostras não perturbadas (5 × 5 cm para a determinação da densidade do solo (Ds, resistência do solo à penetração das raízes (RP, estresse efetivo (σ, curva de retenção de água e intervalo hídrico ótimo (IHO. Amostras perturbadas foram coletadas para avaliar o conteúdo de macro e micronutrientes, e a distribuição de partículas por tamanho. Não foram encontradas diferenças nas propriedades químicas entre PA e NA. Existe predomínio de agregados pequenos em PA, e a Ds, RP e s atingiram valores mais elevados em PA, enquanto o IHO foi mais estreito. Inadequada aeração em condições de excessiva umidade do solo e elevada resistência mecânica em condições de secamento poderão afetar a produtividade da alfafa. Os resultados indicam que a qualidade física do solo em PA é inferior que em NA.

  4. Qualidade física do solo em um latossolo vermelho da região sudoeste dos cerrados sob diferentes sistemas de uso e manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Antônio Maior Bono

    2013-06-01

    Full Text Available A busca de sistemas de manejo do solo como aqueles que integram lavoura e pecuária, visando à recuperação e, ou, manutenção da qualidade do solo, é fundamental para o manejo sustentável da agropecuária. A hipótese deste estudo é que o uso do solo em sistema de integração lavoura-pecuária melhora as suas propriedades físicas, contribuindo dessa maneira para uma exploração agrícola sustentável do solo na região sudoeste do Cerrado. O objetivo deste trabalho foi verificar a influência de diferentes sistemas de manejo em algumas propriedades físicas de um solo na região dos Cerrados. O solo é classificado como Latossolo Vermelho distrófico, na região do Cerrado, onde foram avaliados os seguintes sistemas de manejo: solo sob vegetação natural; solo com implantação de lavoura de soja durante um ano e seguido de três anos de pastagens; solo com implantação de lavoura de soja durante quatro anos, seguidos por quatro anos de pastagem; solo com lavoura de soja contínua em sistema de plantio direto; e solo com pastagem continuamente. Foram avaliadas a densidade do solo, a resistência do solo à penetração e a estabilidade dos agregados em água, no período de 1995 a 2006. O uso do solo com a forrageira BRACHIARIA DECUMBENS como pastagem contínua proporcionou menor impacto nas propriedades físicas do solo, em relação aos manejos com integração lavoura-pecuária e lavoura contínua.

  5. Propriedades de solos sob vegetação nativa em Minas Gerais: distribuição por fitofisionomia, hidrografia e variabilidade espacial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alba Lucia Araujo Skorupa

    2012-02-01

    Full Text Available A distribuição das formações vegetais nativas depende dos fatores de formação do solo, entre outros aspectos. Dessa forma, solos sob vegetação nativa podem informar muito sobre uma região e sua fertilidade natural, constituindo um testemunho das condições encontradas antes da ocupação agrossilvopastoril. O objetivo deste estudo foi avaliar propriedades químicas e textura dos solos sob fragmentos de Cerrado e florestas nativas amostrados durante o Inventário Florestal de Minas Gerais, por meio de análises de fertilidade do solo, textura e estatística espacial. Em geral, houve grande variabilidade em todas as propriedades analisadas, exceto em Al trocável. Os solos sob Campo Cerrado apresentaram maiores teores de matéria orgânica, comparados aos sob Cerradão e Cerrado stricto sensu. As Florestas Estacionais ocorreram, em geral, em solos de melhor fertilidade natural do que aqueles sob Cerrado, enquanto as florestas sob clima chuvoso ocorreram nos solos mais ácidos e com maiores teores de matéria orgânica, entre todas as fitofisionomias. Análises de regressão linear indicaram que a importância da matéria orgânica na CTC a pH 7,0 variou entre as diferentes fitofisionomias, sendo não significativa para as Florestas Deciduais. A estratificação por bacias hidrográficas, interpretada em conjunto com a fitofisionomia, permitiu também concluir sobre um provável efeito dos materiais de origem nas propriedades do solo, especialmente a textura. Por meio de análise geoestatística, foi possível construir, por krigagem ordinária, mapas do Estado com a distribuição de teores de carbono orgânico do solo, argila e pH, mas não para CTC a pH 7,0. A análise de solos sob fragmentos de vegetação nativa oferece potencial para uso como referência do padrão de fertilidade natural dos solos e é uma iniciativa que poderia ser empreendida em outras unidades da federação.

  6. Produção de moranga irrigada com esgoto doméstico tratado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro C. P. de Oliveira

    2013-08-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, avaliar a produção de moranga (Cucurbita maxima Duch. Cv Coroa IAC irrigada com esgoto doméstico tratado. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com cinco tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos se constituíram de : T1- irrigação com lâmina de 150% da demanda hídrica da cultura; T2- irrigação com lâmina de 150% + adição de CaSO4 no solo; T3- irrigação com lâmina de 100% da demanda hídrica da cultura; T4- irrigação com lâmina de 100% + adição de CaSO4 no solo e T5- tratamento testemunha (sem irrigação. Foram avaliados a produtividade da cultura, o peso e o número de frutos, suas características físico-químicas (pH, acidez total, sólidos solúveis, açúcares totais, açúcares redutores e açúcares não redutores e potencial de contaminação por agentes patogênicos na água. Foi identificada diferença significativa entre o tratamento testemunha e os demais tratamentos em relação à produção, produtividade e número de frutos. As características físico-químicas apresentaram valores similares em todos os tratamentos. Foi registrada a presença de coliformes termo tolerantes somente na superfície externa dos frutos porém em níveis abaixo dos padrões mínimos estabelecidos pelas normas sanitárias.

  7. Valores de referência de qualidade para metais pesados em solos no Estado do Espírito Santo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique de Sá Paye

    2010-12-01

    Full Text Available Valores de referência de qualidade (VRQ para metais pesados em solos, em âmbito mundial, são bastante heterogêneos. No Brasil, poucos estudos para estabelecer esses valores foram concluídos. Na ausência de VRQ para metais pesados em solos, estabelecidos para as condições do Estado do Espírito Santo, utilizam-se valores genéricos internacionais ou desenvolvidos para outros Estados. Entretanto, deve-se ressaltar que o uso desses valores pode levar a avaliações inadequadas, já que existem diferenças nas condições técnicas e variáveis ambientais de cada região, em especial das condições geológicas, hídricas e pedológicas. Essas diferenças justificam o desenvolvimento de uma tabela própria com VRQ para metais pesados em solos, adequada às condições do Estado do Espírito Santo. Nesse sentido, o presente estudo buscou obter os teores naturais de 10 metais pesados e verificar a distribuição desses elementos nos solos das bacias hidrográficas Riacho, Reis Magos e Santa Maria da Vitória, no Estado do Espírito Santo, tendo em vista o estabelecimento de Valores de Referência de Qualidade (VRQ. Para isso, foram determinados os teores totais por ataque ácido, com digestão em forno micro-ondas, conforme o método SW-846 3052 da Environmental Protection Agency (USEPA e dosagem por espectrofotometria de emissão óptica com plasma induzido (ICP- OES. Os teores totais extraídos nos solos dessas bacias hidrográficas são relativamente baixos e inferiores aos reportados para solos de regiões brasileiras e de outros países. Os teores de cádmio ficaram abaixo do limite de detecção (LD do método para todas as amostras. Em consequência, os VRQ obtidos para 12 metais pesados no Estado do Espírito Santo foram semelhantes ou inferiores aos obtidos para outras regiões do Brasil e do mundo. Os VRQ obtidos a partir do percentil 75 (quartil superior para As (< 12,83, Cd (< 0,13, Co (10,21, Cr (54,13, Cu (5,91, Mn (137,80, Mo (1

  8. Study on vinasse dynamics in soil usin energy dispersive X-ray fluorescence with radioisotopic excitation Estudo da dinâmica da vinhaça em solo utilizando a fluorescência de raios x por dispersão de energia com excitação radioisotópica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.M. Simabuco

    1994-08-01

    Full Text Available The distribution of S, Cl, K and Ca along the profiles of two soils of different texture (Red Yellow Podzolic and Dark Red Latosol treated with amounts of vinasse equivalent to 4000 m³/ha were studied using energy dispersive X-ray fluorescence, observing a significant increase in the contents of these elements. The same effect was observed for Cu, Zn, Rb and Sr contents in soils treated with vinasse as compared to the control. The concentrations of Al, Si, Ti, Mn, Fe and Zr could also be evaluated but no significant variation was observed due to the high soil initial concentrations of these elements as compared to the low concentrations in the vinasse. Annular radioactive sources of Fe-55 and Cd-109 were employed for the excitation of these elements in the soil samples, treated or not with vinassse. For the detection of the characteristic X-rays, a Si (Li semiconductor detector was used, coupled to a multichannel emulation card inserted in a microcomputer.A distribuição de S, Cl, K e Ca ao longo de perfis de dois solos de diferentes texturas (Podzólico Vermelho Amarelo e Latossolo Vermelho Escuro, tratados com uma dose de vinhaça equivalente a 4000 m³/ha, foi estudada utilizando a fluorescência de raios X por dispersão de energia, observando-se um acréscimo significativo dos teores destes elementos. O mesmo efeito foi observado nos teores de Cu, Zn, Rb e Sr nos solos tratados com vinhaça em relação às testemunhas. As concentrações de Al, Si, Ti, Mn, Fe e Zr também puderam ser avaliadas, mas não houve variação nos perfis, devido à alta concentração inicial nos solos acompanhada de baixa concentração na vinhaça. Na excitação dos elementos presentes nas amostras de solo tratados ou não com vinhaça foram empregadas fontes radioativas anelares de Fe-55 e Cd-109, e na detecção dos raios X característicos um detector semicondutor de Si (Li, acoplado a uma placa analisadora de pulsos multicanal, inserida em um

  9. Frações de fósforo no solo em resposta à adubação fosfatada em um Latossolo com diferentes históricos de uso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Flávio Carneiro

    2011-04-01

    Full Text Available No sistema plantio direto existe tendência de melhor aproveitamento do P, sobretudo em áreas cultivadas há mais tempo, mas há, ainda, necessidade de confirmação deste fato. Este trabalho teve como objetivo quantificar as frações inorgânicas e orgânicas de P e avaliar as respostas a diferentes doses de P do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L. e braquiária (Brachiaria decumbens cultivados em sucessão, em amostras de um Latossolo com diferentes históricos de uso. O experimento foi realizado em casa de vegetação com amostras de um Latossolo Vermelho distrófico textura argilosa e oxídico, coletadas na profundidade de 0-20 cm. O experimento foi disposto em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 4 com quatro repetições, com dois históricos de uso (solo agrícola cultivado por longos períodos com calagem e adubações fosfatadas periódicas; e solo adjacente sob vegetação de cerrado nativo e quatro doses de P (0, 120, 240 e 480 mg dm-3, na forma de superfosfato triplo, com base no teor de P2O5 total. Foi realizado cultivo de feijão até a colheita dos grãos e, posteriormente, cultivo de braquiária com dois cortes no momento de florescimento das plantas. As frações de P foram determinadas em amostras de solo das unidades experimentais, antes e após a incubação dos tratamentos e após os cultivos do feijoeiro e da braquiária. A adubação fosfatada aumentou as formas inorgânicas de P no solo, as quais foram maiores nos solos com histórico de cultivo e adubação. Ela também aumentou as formas orgânicas de P no solo, as quais foram maiores nos solos adjacentes sem histórico de cultivo e adubação, nas maiores doses de P e após cultivo de feijoeiro e braquiária. As respostas do feijoeiro e da braquiária à adubação fosfatada foram menores nos solos com histórico de cultivo e adubação.

  10. Variabilidade espacial e disponibilidade de cobre e zinco em solos de vinhedos e adjacências

    OpenAIRE

    Valladares,Gustavo Souza; Azevedo,Emílio Carlos de; Camargo,Otávio Antônio de; Grego,Célia Regina; Rastoldo,Alessandra Maria Cia Silva

    2009-01-01

    Com o tempo, o uso agrícola pode levar à contaminação do solo por metais pesados, principalmente por se servir de insumos e agroquímicos que possuem cobre e zinco em sua composição. O objetivo deste trabalho foi determinar os teores de cobre e zinco disponíveis no solo extraídos com DTPA e avaliar sua distribuição espacial empregando a geoestatística em áreas de vinhedos comerciais e experimentais e sob outros usos e coberturas nas adjacências das plantações. Foram coletadas amostras de terra...

  11. Fluxo difusivo de zinco em amostras de solo influenciado por textura, íon acompanhante e pH do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. F. G. Oliveira

    1999-09-01

    Full Text Available O fluxo difusivo (difusão é a forma mais importante de transporte de zinco no solo, dada sua baixa concentração na solução. Este trabalho teve como objetivo avaliar o fluxo difusivo de Zn em amostras de um solo de textura argilosa (Latossolo Vermelho-Escuro - LE, outro de textura média (Podzólico Vermelho-Amarelo - PV e um terceiro de textura arenosa (Latossolo Vermelho-Amarelo - LV, submetidos a níveis de pH: pH natural (4,38 e 5,40, para o LE; natural (4,87 e 6,00, para o PV, e somente pH natural (4,64, para o LV, e a três fontes de Zn (ZnCl2, ZnEDTA e ZnSO4 nas doses de 0, 20 e 40 mg dm-3 de Zn. As unidades experimentais constituíram-se de 400 cm³ de amostras de solo, colocadas em câmaras feitas de tubos de PVC, com 10 cm de diâmetro e 5 cm de altura, contendo, cada câmara, uma lâmina de resina trocadora de cátions ácido forte (modelo CR61CZR IONICS, Inc como dreno de Zn, nas dimensões de 2,0 x 5,0 cm, colocada à profundidade de 2,5 cm no meio da câmara. As amostras, umedecidas até a capacidade de campo, foram incubadas por um período de 15 dias à temperatura de 24 ± 4ºC. Após esse período, as lâminas foram retiradas, realizando-se a extração do Zn adsorvido às lâminas de resina. O pH do solo demonstrou ser fator de grande importância no controle do fluxo difusivo do Zn, acarretando-lhe grande diminuição quando da elevação de pH. De modo geral, o fluxo difusivo de Zn foi menor com o aumento do teor de argila do solo. O fluxo difusivo de Zn foi maior, nos três solos, quando a fonte utilizada foi ZnCl2.

  12. RESISTÊNCIA DO SOLO EM CULTIVO DE TABACO COM DIFERENTES FORMAS DE MANEJO NA REGIÃO SUDESTE DO PARANÁ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdemir Antoneli

    2017-05-01

    Full Text Available O cultivo do tabaco é uma alternativa rentável para as pequenas propriedades da região Sudeste do Estado do Paraná, principalmente por ser cultivado em áreas impróprias para a agricultura (solos rasos e declividade acentuada. Nas áreas com restrições ao uso, o tabaco é cultivado sob plantio convencional e nas áreas mais planas utiliza-se o plantio direto. A variação na forma de plantio pode influenciar na resistência do solo. O objetivo deste trabalho foi identificar a influência do manejo do solo na resistência do solo em áreas de cultivo de tabaco com plantio convencional e plantio direto. Foram identificados 10 pontos para o monitoramento da resistência do solo em cada forma de plantio com coletas quinzenais entre setembro (início do plantio a fevereiro (término da colheita. Foi utilizado o método de perfis transversais entre as linhas de plantio. As mensurações foram realizadas com um penetrômetro de bolso. Ao término da pesquisa foi observado que as atividades diárias realizadas no cultivo do tabaco influenciam na resistência do solo, mesmo com formas diferentes de cultivo.

  13. Capacidade de Suporte de Carga do Solo em Sistemas de Produção de Laranja Conservacionistas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonez Fidalski

    2015-06-01

    Full Text Available Sistemas conservacionistas em pomares de laranja podem aumentar a capacidade de suporte de carga do solo minimizando os seus riscos de compactação. O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade de suporte de carga por meio da pressão de preconsolidação e sua dependência a conteúdo de água, densidade e carbono orgânico de um Argissolo Vermelho distrófico latossólico, após 18 anos de implantação de plantas de cobertura permanentes nas entrelinhas de um pomar de laranja. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, com três repetições. Foram estudados três tratamentos de manejo por meio de roçadas nas entrelinhas do pomar, desde o plantio do pomar em 1993: gramínea Paspalum notatum, leguminosa Arachis pintoi e vegetação espontânea. Cento e oito amostras indeformadas de solo foram coletadas em 2011 sob o rodado e entrerrodado das máquinas nas estrelinhas do pomar com textura arenosa nas camadas de 0,00-0,10 m (87 g kg-1 de argila e 0,10-0,20 m (122 g kg-1 de argila. Determinaram-se as pressões de preconsolidação das curvas de compressão do solo (25, 50, 100, 200, 400, 800 e 1.600 kPa em conteúdos de água sob três potenciais (-80, -330 e -1.000 hPa, a densidade do solo e o teor de carbono orgânico do solo. A pressão de preconsolidação não foi dependente do conteúdo de água, da densidade do solo e do teor de carbono orgânico do solo. A pressão de preconsolidação sob o rodado na camada de 0,00-0,10 m foi menor nos tratamentos leguminosa e vegetação espontânea. A manutenção permanente da gramínea manejada com roçadas nas entrelinhas do pomar de laranja proporcionou maior capacidade de suporte de carga do solo sob o rodado na camada superficial arenosa.

  14. Efeito de níveis de água, coberturas do solo e condições ambientais na temperatura do solo e no cultivo de morangueiro em ambiente protegido e a céu aberto

    OpenAIRE

    Pires,Regina C. de M.; Folegatti,Marcos V.; Pedro Júnior,Mário J.; Sakai,Emílio; Passos,Francisco A.; Arruda,Flávio B.; Calheiros,Rinaldo de O.

    2004-01-01

    A temperatura do solo é um importante parâmetro no cultivo do morangueiro, pois interfere no desenvolvimento vegetativo, na sanidade e na produção. O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito de diferentes níveis de água, coberturas de canteiro em campo aberto e em ambiente protegido, na temperatura máxima do solo no cultivo do morangueiro. Foram realizados dois experimentos: um em cultivo protegido e outro a campo aberto, em Atibaia - SP, em esquema fatorial 2 x 3 (coberturas do sol...

  15. Caracterização micropedológica de solos reabilitados após exploração de bauxita em Porto Trombetas (PA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. L. P. Ruivo

    2002-09-01

    Full Text Available Foi realizado um estudo micromorfológico em solos alterados após a exploração de bauxita, em sítios recuperados entre 1981 e 1987, em comparação ao Latossolo Amarelo inalterado (LA, como referência, para subsidiar indicadores de recuperação dos solos. O estudo foi desenvolvido no Platô Saracá, na mina de bauxita de Porto Trombetas, município de Oriximiná, no estado do Pará. Técnicas micromorfológicas e uso de microssonda de EDS, microscopia ótica e eletrônica de varredura foram avaliadas em conjunto com dados físicos e químicos dos solos alterados e do LA, nas profundidades de 0-10 e 40-50 cm. O Latossolo Amarelo mostrou forte microestrutura granular, enquanto os solos alterados apresentaram grande variabilidade em microestrutura e feições micropedológicas. O retorno do horizonte superficial, rico em matéria orgânica, favoreceu a microagregação. De modo geral, os solos alterados mostraram maior massividade e agregados mais coalescidos, em relação ao LA de referência. Análises microquímicas de EDS comprovaram a heterogeneidade dos solos superficiais alterados, com ocorrência de nódulos gibbsíticos, ferruginosos, concreções, agregados cauliníticos e plasma dominado por argilominerais 1:1, sob intensa pedobioturbação.

  16. Diversidade de Trichocomaceae isoladas de solo em dois ecossistemas florestais.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Elias Fraga

    2010-08-01

    Full Text Available A família Trichocomaceae inclui os gêneros de fungos anamórficos, Aspergillus e Penicillium. Muitos membros dessa família são importantes causadores de degradação de alimentos, biodeterioração, patogênicos a animais, e algumas espécies são usadas em biotecnologia e podem produzir micotoxinas. O presente trabalho foi realizado em duas áreas, durante o período de um ano (2006-2007 com coletas em área de plantio de pinus (Pinus elliotti e Corymbia (Corymbia citriodora com idade aproximada de 20 anos, no campus da UFRRJ, Seropédica, Rio de Janeiro, Brasil. Na área de cada cobertura vegetal foi estabelecida uma parcela de aproximadamente 500 m2, onde foram coletadas aleatoriamente dez amostras simples, em intervalos regulares de 70 dias. No momento da coleta foram medidas as temperaturas do solo com geotermômetro digital. Durante o de estudo também foi quantificada a precipitação pluviométrica e a temperatura ambiente. No período, foi verificada uma pequena variação da temperatura do solo nas áreas, valores de 21,93 a 27,69oC na área de pinus e 22,22 a 26,58oC na área de Corymbia. A variação mensal da umidade relativa mínima foi de 27,2/20,5 e máxima de 82,6/63,2 e os maiores valores de precipitação observados foi no mês de janeiro (22 dias. Em relação à micobiota, foi observada uma variação crescente da unidade formadora de colônia (UFC nos período de maior temperatura e umidade relativa com índices variando de 12,8/58,2 e 20,3/83,3x103 para Corymbia e pinus respectivamente. O número total de fungos foi de 190 isolados, pertencentes a cinco gêneros e 54 espécies diferente, sendo 32 Penicillium spp., 19 Aspergillus spp., um Eupenicillium javanicu, um Eurotium chevalieri e um Sclerocleista ornata. A espécie mais abundante foi Penicillium decumbens, sendo encontrada em todas as coletas. Os períodos de maior concentração de UFC estão correlacionados com os períodos de chuva, umidade relativa e

  17. Atributos físicos do solo em sistemas de manejo de solo e de rotação de culturas Soil tillage and crop rotation systems on the soil physical attributes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Tulio Spera

    2009-01-01

    Full Text Available A compreensão e a quantificação do impacto do uso e manejo do solo na qualidade física são fundamentais no desenvolvimento de sistemas agrícolas sustentáveis. Com o objetivo de avaliar o efeito de sistemas de manejo de solo e de rotação de culturas sobre alguns atributos físicos de solo em um experimento instalado em 1985, em Latossolo Vermelho Distrófico típico argiloso, em Passo Fundo (RS, estudou-se a variação desses atributos entre 2001 e 2005. Os tratamentos consistiram de quatro modos de manejo de solo: 1 plantio direto (PD; 2 cultivo mínimo (CM; 3 preparo convencional de solo com arado e grade de discos (PCD e 4 preparo convencional de solo com arado de aivecas e grade de discos (PCA, e três sistemas de rotação de culturas: I (trigo/soja, II (trigo/soja e ervilhaca/milho ou sorgo e III (trigo/soja, aveia branca/soja e ervilhaca/milho ou sorgo. O delineamento experimental foi em blocos completos ao acaso, com parcelas subdivididas e três repetições. A parcela foi constituída pelos sistemas de manejo de solo, e as subparcelas, pelos sistemas de rotação de culturas. Amostras de solo também foram coletadas em um fragmento de floresta subtropical adjacente ao experimento, como testemunha da condição original do solo. Os sistemas de manejo e de rotação de culturas influenciaram os atributos físicos do solo quando comparados entre si e com a condição sob floresta subtropical. Em quatro anos (2001 a 2005 ocorreram alterações significativas nos atributos físicos dos solos entre os distintos tipos de manejo. No sistema PD houve maior densidade de solo e microporosidade em comparação aos demais, principalmente na camada subsuperficial, e os sistemas de rotação de plantas não afetaram positivamente os atributos físicos de solo independentemente do tipo de manejo.Evaluation and quantification of soil use impact on its physical quality are important to achieve sustainable cropping systems. Soil physical

  18. Fósforo orgânico em horizontes diagnósticos superficiais de diferentes classes de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruthanna Isabelle de Oliveira

    2014-10-01

    Full Text Available Em solos tropicais, a disponibilidade de fósforo (P pode ser regulada pela decomposição e mineralização da fração lábil de P orgânico (Po, tornando necessários estudos para saber a sua real contribuição no solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o teor de Po total e lábil em horizontes superficiais de diferentes classes de solo e quais as propriedades do solo exercem controle na acumulação dessas frações de P. Foram estudadas amostras de diferentes horizontes diagnósticos superficiais, a saber: H e O hístico; A chernozêmico; e A húmicos, coletados em vários estados do Brasil. Para a determinação das frações totais de P inorgânico (Pi e orgânico (Po, foi usado o método da extração-sequencial ácido-alcalina, e a fração lábil de P foi determinada pela extração com bicarbonato de sódio. A taxa de recuperação de Pi + Po em relação à extração nítrico-perclórica do P total (PT variou de 46 a 99 %. O Po total variou entre 35 e 1077 mg kg-1, com uma média de 298 mg kg-1. Para a fração lábil do Po, os teores variaram entre 7,2 e 99,5 mg kg-1, com uma média de 27,1 mg kg-1. O Po variou, em média, de 36 a 46 % do P total extraído. Em relação ao P lábil, o Po representou mais de 70 % para todos os horizontes diagnósticos. O PT foi o principal atributo controlador da acumulação de Po nos solos pelas análises de correlação e regressão múltipla. Verificou-se que horizontes com baixa capacidade de adsorção de P proporcionaram alta labilidade de Po.

  19. Eletroquímica de solos modais e de sua matéria orgânica em ambientes tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marihus Altoé Baldotto

    2014-12-01

    Full Text Available A química do solo vem estudando o comportamento da fração mineral dos solos tropicais intemperizados, incluindo a eletroquímica, o desenvolvimento de cargas e o fenômeno de adsorção. Por causa do amplo espectro a ser coberto no entendimento do comportamento da fração mineral, somado às dificuldades metodológicas, o estudo da complexa fração orgânica dos solos foi relativamente menos desenvolvido. A atual proposta revisita os primeiros trabalhos referentes à química de solos tropicais, buscando relacioná-los com dados de eletroquímica dos estoques de carbono do solo. O objetivo deste trabalho foi revisar aspectos de eletroquímica de solos, determinar e relacionar os pontos de carga zero, por diferentes métodos, os potenciais da dupla camada elétricae a eletroquímica do húmus de solos modais brasileiros, em uma sequência típica de intemperismo, visando a gerar informações para o seu manejo e conservação. Os métodos de estimativa dos ponto de carga zero dos solos apresentam resultados variados, mas com a mesma tendência entre os solos. Há predomínio de cargas negativas em ambas as camadas dos solos estudados. As cargas negativas dos coloides estão diretamente associadas à disponibilidade de elétrons do húmus e ambas diminuem com o estádio de intemperismo do solo.

  20. Fungos filamentosos do solo da Ilha dos Eucaliptos na Represa do Guarapiranga em São Paulo, SP

    OpenAIRE

    Santos,Valéria Barros dos; Wellbaum,Christian; Schoenlein-Crusius,Iracema Helena

    1998-01-01

    Foi estudada a diversidade dos fungos do solo da Ilha dos Eucaliptos na Represa do Guarapiranga em São Paulo, SP, sob floresta de Eucalyptus, mata de interseção e mata secundária remanescente, em duas épocas climáticamente distintas: março - época quente e úmida (verão) e junho - época fria e seca (inverno) de 1996. Os fungos filamentosos foram isolados pelos métodos da diluição em série e placa de solo. A similaridade entre as micotas foi estabelecida pelo índice de Sörensen. No total foram ...

  1. Fungos micorrízicos arbusculares em solos da Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos, Itajubá/MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Melloni

    2011-12-01

    Full Text Available A Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos é um importante remanescente de Mata Atlântica no sul de Minas Gerais, com elevada biodiversidade e riqueza em recursos hídricos. Estudos relacionados à qualidade de solos são necessários em planos de manejo de reservas, os quais objetivam manter ou melhorar a sustentabilidade ambiental dessas áreas. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o potencial de inóculo de fungos micorrízicos arbusculares (MAs em amostras de solo características desta Reserva. A quantificação de propágulos desse grupo de micro-organismos, que estabelecem simbiose mutualística com a maioria das espécies vegetais é importante para a avaliação da qualidade de solos da Reserva. Foram definidas três áreas internas e uma externa à Reserva, retirando-se amostras de solo na profundidade de 0 a 10 cm, em duas épocas, inverno de 2008 e verão de 2009. As amostras foram encaminhadas ao Laboratório de Microbiologia da Universidade Federal de Itajubá para quantificação dos seguintes atributos microbiológicos relacionados aos fungos MAs: comprimentos de micélio extrarradicular ativo e total pelo método da fluorescência induzida com diacetato de fluoresceína, densidade e diversidade fenotípica (morfotipos de esporos, porcentagem e intensidade de colonização radicular. As médias dos resultados foram comparadas por Duncan 5% e submetidas à análise de multivariada. Os resultados mostraram que o potencial de inóculo de fungos MAs apresentou maior efeito das áreas que das épocas estudadas, sendo maior comprimento de micélio extrarradicular ativo e total, maior proporção de micélio ativo em relação ao total e maior diversidade de esporos obtidos nos solos dentro da Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos, em relação ao solo externo à mesma, sob pastagem. O potencial de inóculo não está diretamente relacionado à fertilidade do solo, ou seja, no solo externo à Reserva, sob

  2. Crescimento de plantas de milho submetidas a déficit hídrico em solos de diferentes texturas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Carlesso

    1999-03-01

    Full Text Available O objetivo deste experimento foi quantificar variações no dossel vegetativo de plantas de milho submetidas a dois manejos da água de irrigação em solos de três texturas (argila pesada, franco-argilo-siltosa e franco-arenosa. O experimento foi instalado em área do Departamento de Engenharia Rural, da Universidade Federal de Santa Maria, no ano agrícola 1995/1996. Utilizou-se um conjunto de 12 lisímetros de drenagem com dimensões de 156 cm de comprimento, 100 cm de largura e 80 cm de profundidade, protegidos das precipitações por meio de uma cobertura móvel. Os tratamentos consistiram de dois níveis de manejos da água no solo (irrigado e déficit hídrico terminal e três texturas de solos. Os resultados demonstraram que a redução no índice de área foliar das plantas de milho submetidas a déficit hídrico foi maior em solos de textura argila pesada e franco-argilo-siltosa do que no solo de textura franco-arenosa. A altura das plantas de milho diminuiu quando a fração de água disponível às plantas foi inferior a 0,57, 0,74 e 0,52, para os solos de textura argila pesada, franco-argilo-siltosa e franco-arenosa, respectivamente.

  3. Crescimento, fosfatase ácida e micorrização de espécies arbóreas, em solo de cerrado degradado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Helena Scabora

    2010-01-01

    Full Text Available A ocupação do cerrado para aumentar a produção agrícola tem gerado a degradação do solo e uma prática recomendada na revegetação dessas áreas é a introdução de espécies arbóreas. O objetivo do trabalho foi avaliar o crescimento (altura e massa fresca e seca de parte aérea, a atividade da fosfatase ácida foliar e colonização micorrízica de mudas de espécies arbóreas não nativas em solo de cerrado degradado. O trabalho foi desenvolvido em casa de vegetação em Ilha Solteira, empregando solo proveniente de uma área de cerrado degradado em processo de regeneração natural, localizada no município de Três Lagoas (MS. O solo, misturado com areia de rio (4:1, foi fumigado com brometo de metila e distribuído em sacos plásticos (2,5 L. Para o tratamento com inoculação de FMA, 100 g de solo inóculo (solo de área de cerrado preservado foi depositado na superfície, logo após o transplante das mudas. Pelos resultados, Psidium guajava L. e Croton floribundus Spreng, seguidos por Tabebuia chrysotricha (Mart. ex DC Standl e Rapanea ferruginea (Ruiz et Pav Mez., tiveram alta colonização radicular e foram altamente ou muito responsivas à micorrização, sugerindo seu potencial em projetos de revegetação no cerrado brasileiro ou no enriquecimento de áreas degradadas.

  4. Avaliação da dor pós-operatória em dentes tratados endodonticamente

    OpenAIRE

    Ademar Luiz Waskievicz; Flávia Baldissarelli; José Roberto Vanni; Mateus Silveira Martins Hartmann; Volmir João Fornari

    2015-01-01

    O sucesso do tratamento endodôntico está diretamente relacionado ao domínio da anatomia e ao controle da infecção endodôntica. Alguns fatores, como erros de procedimento (sobre instrumentação, obturação, desvios apicais e perfurações) podem causar dor pós-operatória. Objetivo: Este trabalho teve como objetivo avaliar a dor pós-operatória em dentes que foram tratados endodonticamente na Unidade de Pós-Graduação em Odontologia da Faculdade Meridional – IMED CEOM, de Passo Fundo, no período de j...

  5. Dinâmica da emissão de metano em solos sob cultivo de arroz irrigado no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Souza da Silva

    2011-04-01

    Full Text Available Solos de várzea sob cultivo de arroz irrigado contribuem com aproximadamente 18 % das emissões totais de metano (CH4 do Estado do Rio Grande do Sul. Entretanto, a liberação de CH4 depende do curso de redução de cada solo. O objetivo do presente estudo foi avaliar a dinâmica da emissão desse gás de efeito estufa (GEE em seis solos: Gleissolo (2, Planossolo (2, Chernossolo e Neossolo, representativos do cultivo de arroz irrigado no Sul do Brasil, visando identificar também sua relação com propriedades do solo e as alterações eletroquímicas da solução após o alagamento. O experimento foi realizado em casa de vegetação, com três repetições, segundo delineamento de blocos casualizados. Os solos foram dispostos em vasos de PVC mantidos com uma lâmina de água de 10 cm de altura e cultivados com arroz. A avaliação das emissões de CH4 foi realizada semanalmente, do 3º ao 66º dia após o alagamento (DAA do solo, com o auxílio de uma câmara de PVC acoplada ao topo dos vasos. As amostras de ar foram coletadas em quatro intervalos de 5 min, para estimativa das taxas de emissão de CH4. A solução do solo também foi coletada e caracterizada. O início da emissão de CH4 variou entre os solos e, normalmente, ocorreu após a quase total redução do Fe3+ (em torno de 90 % da maior liberação de Fe2+ e estabilização dos valores de pH e de Eh da solução. A emissão total de CH4 variou de 8,5 a 44,2 g m-2 e apresentou relação sigmoidal com os teores de C orgânico dos solos (r²=0,83, p < 0,05, sugerindo que a disponibilidade de C somente foi limitante para o processo de metanogênese em teores inferiores a 8 g kg-1 de C no solo. Os resultados mostram que a dinâmica e as quantidades totais de CH4 emitidas são influenciadas pelo tipo de solo e que esforços devem ser direcionados para determinação dos fatores de emissão de CH4 para os diferentes solos representativos da produção de arroz no Sul do Brasil, bem como na

  6. Prevalência de alta reatividade plaquetária em pacientes tratados com aspirina encaminhados para angiografia coronária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Manica

    Full Text Available FUNDAMENTO: A aspirina (Ácido Acetilsalicílico - AAS é capaz de reduzir eventos adversos cardiovasculares em pacientes portadores de Doença Arterial Coronariana (DAC através da inibição da atividade plaquetária. Alguns pacientes com DAC, apesar da terapia com AAS, apresentam Alta Reatividade Plaquetária (ARP, o que determina um maior risco para o desenvolvimento de eventos cardiovasculares. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de ARP em pacientes tratados com AAS e encaminhados para cinecoronariografia, além de avaliar se existe uma possível correlação entre a gravidade da DAC e o desenvolvimento de ARP. MÉTODOS: Estudo de centro único onde foram incluídos 115 pacientes consecutivos, tratados com AAS e portadores de DAC estável. A reatividade plaquetária induzida pelo ADP e colágeno foram avaliadas através da Agregometria de Transmitância Luminosa (ATL. Pacientes com agregação plaquetária maior que 70%, induzida por ambos os reagentes, foram classificados como tendo ARP e, neste grupo, a adesão ao tratamento com AAS foi avaliada através da dosagem dos níveis séricos de salicilato. RESULTADOS: A média de idade foi de 60,9 anos e a dose média de AAS foi de 164,2 mg. Tabagismo e diabetes melito estavam presentes em 28,7% e 31,5% dos pacientes, respectivamente. Foi encontrada ARP em 14 pacientes (13%, entretanto, em sete indivíduos (50% com ARP observaram-se baixos níveis séricos de salicilato (< 2,0 µg/mL, sugerindo não adesão à terapia medicamentosa. Em 6,5% dos pacientes com ARP identificou-se níveis detectáveis de salicilato sérico, sugerindo uma eficácia reduzida do AAS. A ARP se correlacionou com o número e a gravidade das estenoses coronárias (p = 0,04. CONCLUSÃO: Em uma população de pacientes tratados com AAS e encaminhados para angiografia coronária, a reatividade plaquetária elevada é prevalente (13%, sendo 50% destes pacientes não aderentes à terapia farmacol

  7. EFEITOS DA OCUPAÇÃO DESORDENADA DO SOLO ÀS MARGENS DO CÓRREGO NEBLINA EM ARAGUAÍNA-TO

    OpenAIRE

    Brito, Amanda Martins

    2014-01-01

    Com o crescimento populacional e o acelerado processo de urbanização desordenado as ocupações do solo em áreas indevidas tem sido uma prática comum nas cidades brasileiras, gerando problemas tanto em nível ambiental quanto social. Este artigo tem como objetivo discutir e analisar os efeitos da ocupação desordenada do solo às margens do Córrego Neblina em Araguaína-TO. Verificou-se que a falta planejamento urbano e infraestrutura para atender a demanda populacional do município contribuem para...

  8. Fungos micorrízicos arbusculares em solos da Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos, Itajubá/MG

    OpenAIRE

    Rogério Melloni; Elisa da Costa Guida; Marielle Rezende de Andrade; Eliane Guimarães Pereira Melloni

    2011-01-01

    A Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos é um importante remanescente de Mata Atlântica no sul de Minas Gerais, com elevada biodiversidade e riqueza em recursos hídricos. Estudos relacionados à qualidade de solos são necessários em planos de manejo de reservas, os quais objetivam manter ou melhorar a sustentabilidade ambiental dessas áreas. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o potencial de inóculo de fungos micorrízicos arbusculares (MAs) em amostras de solo característ...

  9. Escoamento superficial e desagregação do solo em entressulcos em solo franco-argilo-arenoso com resíduos vegetais Interrill surface runoff and soil detachment on a sandy clay loam soil with residue cover

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elemar Antonino Cassol

    2004-07-01

    Full Text Available A presença de resíduos vegetais sobre a superfície do solo altera as características do escoamento superficial gerado pela chuva e a desagregação e transporte de sedimento resultantes do processo erosivo. O objetivo deste trabalho foi avaliar as condições hidráulicas e as relações de desagregação do solo e de resistência ao escoamento com a presença de resíduos vegetais na erosão em entressulcos. O experimento foi realizado no laboratório, com um Argissolo Vermelho distrófico típico, em parcelas com 0,10 m m-1 de declive sob chuva simulada. O solo foi coberto por resíduos vegetais de palha de soja, nas doses de 0, 0,05, 0,1, 0,2, 0,4 e 0,8 kg m-2. O aumento na cobertura do solo (CS com resíduos vegetais elevou a altura da lâmina de escoamento e a rugosidade hidráulica e reduziu a velocidade média do escoamento, provocada pelo aumento das forças viscosas promovida pela interposição física dos resíduos ao escoamento. O resultado é a redução na taxa de desagregação do solo (Di. A Di foi de 5,35x10-4 kg m-2 s-1 para solo descoberto e 1,50x10-5 kg m-2 s-1 em solo com 100% de cobertura na maior dose de palha. Os modelos de Laflen e potencial foram adequados para estimar o coeficiente de cobertura para resíduo em contato direto com a superfície do solo em função da cobertura do solo.Soil surface cover with crop residue modifies surface flow characteristics, generated by excess rainfall, and soil detachment and sediment transport resulting from the erosion process. The objective of this study was to evaluate the hydraulic conditions, detachment and flow resistance on interrill erosion on soil covered with residue. The experiment was conducted in the laboratory, on a Hapludult soil at a slope of 0.10 m m-1, under simulated rainfall and soil surface covered with soybean residue at the rates of 0, 0.05, 0.1, 0.2, 0.4, and 0.8 kg m-2. The increase in soil surface cover (SC with residue, caused an increase in water flow

  10. Efeitos do boro em cana-de-açúcar cultivada em vasos contendo solo Effects of boron on sugarcane cultivated in pots with soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Espironelo

    1976-07-01

    Full Text Available Em ensaios em vasos foram estudados os efeitos do boro na cana-de-açúcar var. CB 41-14 (cana-planta e cana-soca, através da administração de doses crescentes do elemento à cana-planta cultivada em solo da série Ibitiruna, do Município de Piracicaba, com teor muito baixo de boro solúvel em água quente. Ao solo dos vasos (80 litros de capacidade foram administradas as doses de 0, 0,5, 1, 2, 3, 4 e 8 ppm B, sob a forma de ácido bórico. Foram obtidos dados de produção de cana (planta e soca e do teor de boro em folhas de três posições na planta (+3, +1 e -1, em amostragens feitas aos cinco e oito meses de idade da cana-planta, e calcularam-se dados de açúcar-provável (cana-planta e soca. O boro aplicado ao solo não proporcionou aumentos nas produções de cana e de açúcar-provável, tanto em cana-planta como em cana-soca, induzindo, entretanto, efeito depressivo em ambos os casos, pela dose mais elevada (8 ppm B na cana-planta. Os teores de B nas folhas ( + 3, +1 e -1 de cana-planta, aos cinco meses de idade, cresceram com as doses administradas ao solo, alcançando níveis muito elevados (289 ppm no tratamento 8 ppm B, com a média geral atingindo 124,4 ppm B. Aos oito meses, os valores foram bem mais baixos (média geral 61,4 ppm B e não seletivos em relação à dose do boro aplicada. A melhor época de amostragem estaria em torno de cinco meses. As três posições de folha estudadas mostraram-se eficientes em relação às doses de boro aplicadas ao solo, sendo que +3 e +1 deram valores mais altos do que -1.The effects of boron on the behaviour of sugarcane (plant-crop and first ratton crop var. CB 41-14 were studied in a trial pot with increasing doses of this micronutrient to Ibitiruna soil from Piracicaba, SP, considered poor in boron content. The boron applied did not increase cane growth nor sugar content, but 8 ppm B reduced both cane and sugar production. Chemical analysis with leaves 5 months old revealed

  11. Efeito do composto de resíduo sólido urbano no teor de metais pesados em solo e goiabeira Effect of the urban solid waste compost in the heavy content of metals in soil and guava orchard (Psidium guajava L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Santos Collier

    2004-12-01

    Full Text Available O trabalho foi realizado no município de Cachoeiras de Macacu (RJ com o objetivo de avaliar as várias formas dos metais Cu, Cr, Mn, Ni, Pb e Zn em solo Gleissolo pouco húmico tratado com composto de resíduos urbanos, e as concentrações desses metais nas folhas e nos frutos de goiabeira (Psidium guajava L.. Foram utilizadas três áreas com históricos distintos: área que recebeu doses de 40 t.ha¹ de composto de resíduo sólido urbano (CRSU na superfície por onze anos consecutivos; área com uma única aplicação de CRSU na cova; e área-controle que não utilizou CRSU e sem goiabeiras. As amostras de solo foram tomadas dentro de cada área, nas camadas de 05; 515 e 1530 cm. A extração seqüencial dos metais contidos nas amostras (05 cm de terra demonstrou uma tendência de redução das formas móveis ou mais biodisponíveis de metais pesados no solo com uso do CRSU. Houve aumento nos teores de metais pesados em folhas e frutos de goiabeira cultivadas em áreas que receberam CRSU; porém os teores obtidos estavam dentro da faixa considerada normal. Há necessidade de monitoramento dos teores totais de metais no solo e nas plantas, devido ao incremento dos teores de metais pesados em solos tratados com CRSU.The work was performed in the municipal district of Cachoeiras de Macacu, Rio de Janeiro State and had as objective to obtain information on the contents of chemical forms of Cu, Cr, Mn, Ni, Pb and Zn in soil Gleissolo pouco húmico treated with composted urban residues, and the concentrations in the leaves and fruits of guava (Psidium guajava L.. Three areas with different land use history were used: area that received doses of 40 t.ha¹ of composted of urban solid residue (CRSU in the surface for eleven consecutive years; area with only one application of CRSU in the hole; and control area, with no guava and no CRSU. The soil samples were taken from each area, in the layers of 05, 515 and 15-30 cm. The sequential extraction of

  12. Efeito residual de herbicidas aplicados em pré-emergência em diferentes solos Residual effect of herbicides applied in pre-emergence in different soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.H. Inoue

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi monitorar o efeito residual dos herbicidas ametryne, clomazone e diuron, aplicados em pré-emergência, utilizando amostras de um Neossolo Quartzarênico e de um Latossolo Vermelho, com texturas e composições contrastantes. Para isso, foram conduzidos seis bioensaios em casa de vegetação, com amostras de um Neossolo Quartzarênico (textura arenosa e de um Latossolo Vermelho (textura argilosa. Foi avaliado o efeito residual de ametryne (0, 1,60 e 2,40 kg ha-1, clomazone (0, 0,90 e 1,10 kg ha-1 e diuron (0, 1,60 e 3,20 kg ha-1, por meio de semeadura de bioindicador previamente selecionado (Cucumis sativus ou Brachiaria decumbens aos 0, 25, 50, 75 e 100 dias após a aplicação (DAA. Verificou-se que ametryne proporcionou 80% de controle até os 40 DAA, independentemente do solo e da dose. O clomazone apresentou efeito residual satisfatório quando aplicado na dose recomendada em solo argiloso, mantendo o controle acima de 80% até os 71 DAA. Em solo arenoso, o controle não foi satisfatório já aos 25 DAA, mesmo na dose recomendada para solo argiloso. Diuron apresentou alta estabilidade em solo argiloso, observando-se controle superior a 91% até os 100 DAA na dose recomendada e controle acima de 80% até os 54 DAA na dose recomendada para solo arenoso. No entanto, em solo arenoso não houve aumento do efeito residual, mesmo com a aplicação da dose recomendada para solo argiloso.The objective of this work was to monitor the residual effect of the herbicides ametryne, clomazone and diuron, applied in pre-emergence, using Psament and Red Latosol with contrasting texture and composition. Thus, six experiments were conducted under greenhouse conditions with samples of Psament (sandy texture and Red Latosol (clay texture. The residual effect of ametryne (0, 1.60 and 2.40 kg ha-1, clomazone (0, 0.90 and 1.10 kg ha-1 and diuron (0, 1.60 and 3.20 kg ha 1 was evaluated by sowing the test plant (Cucumis sativus or

  13. Erradicação de escleródios de Sclerotium rolfsii em substratos tratados em coletores solares, em Campos dos Goytacazes-RJ Eradication of Sclerotium rolfsii sclerotia in substrate treated in solar collector devices in Campos dos Goytacazes-RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlon Vagner Valentim Martins

    2003-12-01

    Full Text Available Na produção de mudas de fruteiras em geral, o uso de solo na composição de substratos ainda é a prática mais econômica e utilizada pelos agricultores, embora haja o risco deste conter inóculos de fitopatógenos. Visando uma alternativa à esterilização química com brometo de metila, neste trabalho avaliou-se a eficiência de coletores solares para a desinfestação de substratos contendo solo, na erradicação de escleródios de S. rolfsii, em Campos dos Goytacazes-RJ. Os ensaios foram realizados nos dias: 6 e 25 de outubro e 13 de dezembro de 2000. Os escleródios recuperados dos substratos tratados nos coletores solares foram plaqueados em meio de cultura e submetidos à coloração em solução de cloreto de trifenil-tetrazólio (TCT. A coloração em TCT foi utilizada para comprovar se os escleródios não-germinados em meio de cultura foram realmente inativados pelo calor ou se houve indução de fungistase. No primeiro ensaio, em dia nublado, o máximo de temperatura alcançado no substrato foi de 45ºC e a germinação dos escleródios foi nula e acompanhada de 100% de colonização por bactérias. Nas duas últimas datas de avaliação, em dias ensolarados, as temperaturas máximas alcançadas nos substratos variaram de 60 a 80ºC e os escleródios foram totalmente erradicados, em apenas um dia de tratamento. Nos três ensaios, os escleródios tratados não apresentaram atividade de desidrogenase, evidenciada pela falta de coloração avermelhada interna na presença de TCT, corroborando a inativação pelo calor. Conclui-se que mesmo em condições sub-ótimas para tratamento de substratos em coletores solares, a exposição prolongada a temperaturas elevadas foi suficientemente danosa aos escleródios do patógeno, tornando-os mais vulneráveis ao antagonismo microbiano. Os coletores solares foram eficientes na desinfestação dos substratos, visando o controle de S. rolfsii, nas condições avaliadas.Although there is a

  14. Avaliação dos atributos físicos do solo em consórcio de forrageiras e milho em sucessão com soja em região de cerrados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Veridiana Zocoler de Mendonça

    2013-02-01

    Full Text Available O uso intensivo de áreas do Cerrado para produção agropecuária aliado ao manejo inadequado tem causado degradação dos solos. Nesse sentido há necessidade da incorporação de sistemas sustentáveis como plantio direto e a integração lavoura-pecuária. Este trabalho objetivou identificar o efeito da sucessão de milho+forrageiras e soja nos atributos físicos do solo. Para tanto foi realizado, em área experimental da Unesp, campus de Ilha Solteira, um ensaio composto do consórcio de milho com quatro forrageiras (Brachiaria brizantha,B. ruziziensis, Panicum maximum cv. Tanzânia e P. maximum cv. Áries semeadas em três modalidades (na linha de semeadura do milho misturada ao adubo, a lanço simultânea à semeadura do milho e a lanço no estádio V4 do milho e o milho sem consorciação (testemunha. A soja de verão foi implantada sobre os restos culturais dos tratamentos anteriores. Foram realizadas coletas para determinar a macro e microporosidade, porosidade total e densidade do solo em duas épocas de amostragem, após as colheitas do milho e da soja. Pelos resultados, pôde-se concluir que, em regiões de cerrados, a sucessão de culturas utilizada promoveu a melhoria da macroporosidade, porosidade total e densidade do solo, independentemente da utilização de forrageiras em consórcio com milho.

  15. Sistemas de manejo em plantios florestais de eucalipto e perdas de solo e água na região do Vale do Rio Doce, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayesse Aparecida da Silva

    2011-12-01

    Full Text Available A erosão hídrica é a principal responsável pela perda da capacidade produtiva dos solos sob florestas plantadas e alteração da quantidade e qualidade da água em sub-bacias. Assim, este trabalho objetivou avaliar a influência dos sistemas de manejo adotados nos plantios florestais com eucalipto (eucalipto em nível - EN, eucalipto em desnível - ED e eucalipto em desnível com queima - EDQ sobre as perdas de solo e água por erosão hídrica em relação às perdas em floresta nativa (FN, pastagem (PP e solo descoberto (SD, num Latossolo Vermelho (LV e Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA, e indicar qual o período mais crítico no manejo do solo, em relação à erosão hídrica, durante o ciclo de cultivo do eucalipto. O estudo foi conduzido em dois municípios: Belo Oriente (LVA e Guanhães (LV, situados no Vale do Rio Doce, região Centro-Leste do estado de Minas Gerais. Com exceção do sistema SD no LVA, as perdas de solo foram abaixo do limite de tolerância admissível para essas classes de solos, nestas regiões, que são de 11,22 Mg ha-1 ano-1 no LV e de 7,17 Mg ha-1 ano-1 para o LVA. As perdas de água nos sistemas com eucalipto foram menores no plantio em nível, no LVA. Nos sistemas com eucalipto, os períodos iniciais após o plantio apresentam as maiores perdas de solo e água com redução ao final do ciclo. Por outro lado, no LVA os sistemas com solo descoberto e floresta nativa apresentaram aumento das perdas de água com o decorrer do tempo avaliado, indicando adequação dos sistemas com eucalipto.

  16. Associação micorízica em espécies arbóreas, atividade microbiana e fertilidade do solo em áreas degradadas de cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Helena Scabora

    2011-06-01

    Full Text Available A recuperação de áreas de obras das barragens, em especial de "áreas de empréstimos", é difícil e consiste em um processo lento, visto que toda a vegetação e a camada fértil do solo foram removidas. Intervenções nessas áreas poderiam acelerar o processo de revegetação. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a associação de fungos micorrízicos arbusculares (FMA em espécies arbóreas, atividade microbiana pela respiração basal e fertilidade em áreas degradadas de cerrado. Utilizou-se solo de duas áreas, solo de pastagem e subsolo exposto. Adubações orgânica e mineral, além da calagem, foram efetuadas nas covas, visando a um melhor crescimento inicial das mudas, assim como, 50 mL de solo de cerrado preservado como inoculante de microrganismos. Mudas de 11 espécies arbóreas foram plantadas ou seja: Anadenanthera falcata (Benth. Speg. (angico-preto, Acacia polyphylla D.C. (monjoleiro, Stryphnodendron adstringens (Mart. Coville (barbatimão, Dimorphandra mollis Benth (faveiro, Hymenaea stigonocarpa Mart. ex Hayne (jatobá-de-cerrado, Dipteryx alata Vog. (baru, Machaerium acutifolium Vogel (jacarandá-do-campo, Schinus terebinthifolia Raddi (aroeira-pimenteira, Magonia pubescens St. Hil. (tingui, Lafoensia pacari St. Hil. (dedaleira e Tabebuia aurea (Manso Benth. & Hook. (ipê-amarelo. Doze meses após a instalação do experimento, amostras de raízes foram coletadas na camada de 0-0,10 m para as avaliações. O subsolo, em relação ao solo de pastagem, continuou pobre em matéria orgânica e com menor atividade microbiana. As maiores porcentagens de colonização micorrízica por FMA foram observados nas espécies Acacia polyphylla D.C. (monjoleiro, Magonia pubescens St. Hil. (tingui, Hymenaea stigonocarpa Mart. ex Hayne (jatobá-de-cerrado e Schinus terebinthifolia Raddi (aroeira-pimenteira. Tais espécies podem ser indicadas para projetos de revegetação em áreas degradadas de cerrado. As plantas das duas

  17. Metais pesados em solos de área de rejeitos de indústria de processamento de zinco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. R. Ribeiro-Filho

    1999-06-01

    Full Text Available Apesar de a poluição do solo ser amplamente constatada, estudos sobre as concentrações e formas dos metais pesados em solos e seus efeitos no ecossistema são ainda pouco enfatizados, principalmente em condições tropicais. O presente estudo foi desenvolvido em área de rejeitos de uma unidade de extração e industrialização de zinco pertencente à Companhia Mineira de Metais-CMM, em Três Marias (MG, com o objetivo de avaliar as quantidades e formas de metais pesados em sete locais representativos da área. Os locais foram selecionados para amostragem, baseando-se em diferenças na forma de contaminação, aspectos de solo, topografia e vegetação. Realizaram-se análises químicas de fracionamento de metais pesados e extrações simples com DTPA e Mehlich-1, buscando determinar os teores e formas dos metais na superfície e em profundidade e fazer inferências sobre o potencial de risco ambiental desses metais. Os teores totais dos metais nas camadas superficiais dos locais estudados foram, em média, de: 13.533 mg kg-1, para Zn; 170 mg kg-1, para Cd; 865 mg kg-1, para Cu, e 612 mg kg-1, para Pb, enquanto os teores trocáveis (MgCl2 nessas mesmas camadas variaram de 231 a 1.407 mg kg-1, para Zn; 14 a 390 mg kg-1, para Cd, e 11 a 33 mg kg-1, para Pb; o Cu raramente ocorreu nesta forma. Os solos dos locais estudados, com teores excessivos de Zn, Cd, Cu e Pb, são considerados poluídos. Em determinados locais contaminados por escoamento (superficial e subsuperficial e arraste de material de solo e rejeito, a poluição mostrou-se mais evidente nas camadas superficiais. No local da ustulação, verificou-se maior percentagem de Zn trocável em todos os níveis de profundidade. Nos demais locais, o Cd apresentou também grandes concentrações nas formas trocáveis, razão por que tal elemento oferece maior risco de contaminação ambiental. De modo geral, a ocorrência de Zn foi maior nas formas carbonato e residual, enquanto o Cd

  18. Atributos do Solo e Acúmulo de Carbono na Integração Lavoura-Pecuária em Sistema Plantio Direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nídia Raquel Costa

    2015-06-01

    Full Text Available Em sistemas de produção como a integração lavoura-pecuária (ILP em sistema plantio direto (SPD têm sido observadas melhorias nos atributos químicos, físicos e biológicos do solo. Sendo assim, objetivou-se avaliar as alterações nos atributos químicos e físicos do solo e o acúmulo de carbono (C num Latossolo Vermelho distrófico típico argiloso utilizado em sistema de ILP em SPD com irrigação, no Cerrado. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram dispostos em parcelas subdivididas no tempo, e as parcelas experimentais foram compostas pelas culturas do milho e do sorgo forrageiro cultivadas exclusivamente ou consorciadas com as espécies forrageiras Urochloa brizantha cv. Xaraés e Megathyrsus maximum cv. Tanzânia para ensilagem; pelas espécies forrageiras no período de entressafra; e pela cultura da soja em sucessão. Foram realizadas durante a condução dos experimentos, além da análise com a caracterização inicial do solo, cinco avaliações (épocas dos atributos químicos e físicos do solo ao final de cada ciclo produtivo durante os anos agrícolas 2010/2011, 2011/2012 e 2012/2013. Os sistemas de produção na ILP em SPD, mesmo com alta exportação de nutrientes e tráfego de máquinas, foram eficientes para manutenção e melhoria da fertilidade e dos estoques de C do solo. Ao longo de três anos, os sistemas de ILP promoveram redução da compactação do solo pelo efeito positivo de incremento da macroporosidade e porosidade total e diminuição da resistência mecânica à penetração e densidade do solo, nas camadas de 0-0,10 e 0,10-0,20 m.

  19. Alterações de características químicas do solo e resposta da soja ao calcário e gesso aplicados na superfície em sistema de cultivo sem preparo do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. F. Caires

    1998-03-01

    Full Text Available O experimento foi desenvolvido em um Latossolo Vermelho-Escuro distrófico, em Ponta Grossa (PR, com o objetivo de avaliar os efeitos da aplicação de calcário e gesso na superfície sobre as características químicas do solo e resposta da soja cultivada em sistema de cultivo sem preparo do solo. O delineamento experimental empregado foi o de blocos ao acaso em parcela subdividida, com três repetições. Foram utilizadas quatro doses de calcário dolomítico, com 84% de PRNT: 0, 2, 4 e 6 t ha-1, e quatro doses de gesso agrícola: 0, 4, 8 e 12 t ha-1. A calagem foi realizada em julho, e a aplicação de gesso em novembro de 1993. A cultura da soja foi avaliada nos anos agrícolas de 1993/94 e 1995/96. A soja não respondeu à aplicação de calcário e gesso na superfície, em solo com pH (CaCl2 0,01 mol L-1 4,5 e 32% de saturação por bases na camada de 0-20 cm. A calagem proporcionou correção da acidez do solo, revelada pela elevação do pH e redução do alumínio trocável, até a profundidade de 10 cm e em camadas subsuperficiais, mostrando que a ação do calcário aplicado na superfície, em áreas com cultivos já estabelecidos, não preparadas convencionalmente, pode atingir camadas mais profundas de solo. Esse efeito foi observado doze meses após a aplicação do corretivo, tendo sido mais pronunciado após vinte e oito meses. A aplicação de gesso causou redução do alumínio trocável, elevou os teores de cálcio em todo o perfil do solo e provocou lixiviação de bases, principalmente de magnésio, tendo sido esta mais acentuada na presença de maiores teores de magnésio trocável no solo. Após vinte e quatro meses, foram recuperados cerca de 40% do S-SO4 e 60% do cálcio aplicados pelo gesso na dose de 12 t ha-1, até a profundidade de 80 cm. Desse total recuperado, apenas 10% do S-SO4 e 25% do cálcio foram encontrados na camada de 0-20 cm de solo.

  20. Espectroscopia VIS-NIR-SWIR na avaliação de solos ao longo de uma topossequência em Piracicaba (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José A. M. Demattê

    Full Text Available RESUMOObjetivou-se neste trabalho caracterizar diferentes solos por espectrorradiometria de reflectância ao longo de uma topossequência na região de Piracicaba, SP. Amostras de solo foram coletadas e analisadas em campo, em laboratório de análises químicas e por sensores Vis-NIR (400-2500 nm. Alterações nos solos da topossequência foram identificáveis nas informações espectrais. Constituintes dos solos, tais como, matéria orgânica, mineralogia, formas de óxidos de ferro e granulometria foram determinantes nas variações das feições de absorção e intensidades de reflectância. Cada perfil mostrou características espectrais diferenciadoras entre horizontes, relacionadas à intensidade, feições de absorção e morfologia da curva. A avaliação morfológica não pode ser avaliada pelo sensor, sendo uma de suas limitações. Existe relação entre grau de intemperismo (índices ki, relação silte/argila e mineralogia e dados espectrais. Isso foi observado nos solos originados de basalto, onde houve aumento do ferro extraído pelo ditionito (cristalino e amorfo na sequência Nitossolo Vermelho Latossólico (NVL em direção ao Cambissolo (C e, aumento do ferro amorfo nesta mesma sequência. Na avaliação da topossequência completa observou-se a sequência de absorção centrada em 500 e 850 nm decrescente do Nitossolo Vermelho Latossólico em direção ao Chernossolo, ou seja, na sequência de decréscimo dos teores de ferro cristalino (hematita e goethita e aumento de ferro amorfo, corroborado pelo aumento dos valores do índice ki. Houve relação entre os dados espectrais, o índice ki e a posição do solo na paisagem. Esses resultados mostram que a espectrorradiometria é uma ferramenta promissora para auxiliar o levantamento de solos. Entretanto, há necessidade do suporte à implantação de bibliotecas de dados espectrais de solos com acesso irrestrito aos usuários.

  1. A Recepção dos Tratados Internacionais em Matéria Tributária pelo Ordenamento Jurídico Brasileiro

    OpenAIRE

    Bianca Castellar de Faria

    2006-01-01

    A presente dissertação objetiva analisar a forma de recepção dos tratados internacionais em matéria tributária pelo ordenamento jurídico brasileiro. Para isso, é fundamental verificar a relação entre o direito internacional e o direito interno, por meio da análise das teorias monista e dualista. Apresenta-se o Direito Tributário Internacional como uma das variações do Direito Internacional Público, com o objetivo de introduzir a matéria tributária. Estudam-se os tratados como uma das principa...

  2. Disponibilidade de fósforo em solos avaliada por diferentes extratores Phosphorus availability in soils, determined by different extracting procedures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Cesar da Silva

    1999-02-01

    , Bray 1 e Olsen; (d não superestima, como os extratores ácidos, a disponibilidade de P em solos tratados com fosfatos naturais; (e é o que apresenta o melhor embasamento teórico para a determinação do chamado "fator quantidade" de P em solos, que é o mais importante índice da disponibilidade do nutriente.The objective of this paper was the comparative study of the most important extractors of soil phosphorus. It presents a literature review of papers that deal with methods of extraction for the evaluation of phosphorus availability in soils. The methods considered were: anion exchange resin, Olsen, Bray 1, Bray 2, Mehlich 1, Troug, Égner, water, 0,01M CaCl2, iron hydroxide impregnated filter paper (Pi and the determinations of the E and L values. The comparison between results of soil analysis by different methods of phosphorus extraction in soils and phosphorus uptake by plants was initially made considering the coefficient of determination (r² for several extractants. The following average values and corresponding numbers of articles in which the method was considered were obtained: resin, 70% (34; E value, 68% (16; L value, 65% (8; Olsen, 54% (48; Bray 1, 50% (42; Mehlich 1, 46% (25; Égner, 44% (9; Bray 2, 42% (19; Water, 42% (15; Truog, 38% (13; CaCl2, 36% (13, and Morgan, 32% (13. The comparison of several methods, considering the pairs of results (r² obtained for the extractants, that were tested together through linear correlation and average contrasts (t student test, indicated that the resin method was statistically superior to the other methods. The resin method presents the following favorable features: (a highest values for the determinations coefficients for the correlations between P uptake by plants and soil P by the different methods, as reviewed in 72 papers; (b it can be used in both acid and alkaline soils, which is not the case for the other most commonly used methods; (c it reveals adequately the effect of liming on the increase of P

  3. Alterações em propriedades químicas e físicas de dois solos irrigados com águas com elevados teores de sais.

    OpenAIRE

    Lima, André Souza

    2011-01-01

    O trabalho foi realizado para verificar o efeito de lâminas crescentes de irrigação sobre parâmetros de salinidade do solo, em duas condições de solo e água, na região de Mossoró-RN. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições, em bandejas com dimensões de 0,235 x 0,365 m, contendo 0,00343 m³ de solo. Nelas foram testadas seis lâminas de irrigação (L1=500 mm, L2=1000 mm, L3=1500 mm, L4=2000 mm, L5=3000 mm e L6=5000 mm) e dois tipos de solos, um ...

  4. Estimativa do teor de argila e do potássio trocável em solos esparsamente amostrados no sul do estado de Mato Grosso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. G. Couto

    2000-03-01

    Full Text Available A determinação da distribuição espacial de propriedades do solo é importante para entender as limitações para a nutrição de plantas e estabelecer o manejo apropriado do recurso solo em áreas recentemente incorporadas ao uso agrícola, principalmente onde os levantamentos de solos disponíveis são do tipo exploratório. Como modelo de estudo, este trabalho enfoca a variabilidade espacial do teor de argila (At e do teor de potássio trocável (Kt por meio de semivariogramas em amostras de solos coletadas em julho de 1994, no sul do estado de Mato Grosso. Métodos geoestatísticos foram usados para descrever a variabilidade espacial e para estimar estas propriedades ao longo de dois transectos cortando diferentes unidades de mapeamento de solos. A técnica de interpolação por Krigagem ordinária estimou apropriadamente os valores em áreas não amostradas, além de identificar os locais onde as amostragens de solos devem-se concentrar nos futuros trabalhos de levantamentos de solos. Os atributos estudados foram influenciados principalmente pelas diferentes classes de solo e apresentaram moderada dependência espacial e anisotropia no horizonte estudado. Levantamentos para avaliar a fertilidade dos solos e informações provenientes de mapas de solos podem ser analisados, por métodos geoestatísticos, pelas instituições de planejamento e assistência técnica, para complementar informações para o planejamento do uso da terra, como também para estimar indicadores da qualidade do solo com base nos princípios da sustentabilidade das terras. Parâmetros dos semivariogramas de At e Kt associados às classes de solos podem ser usados para reduzir o esforço de amostragem destes atributos na área estudada. O uso das informações dos levantamentos de solos permitiu reduzir o esforço de amostragem para a At, em até cerca de sete vezes.

  5. Aspectos microbiológicos e químicos em solo submetido à solarização

    OpenAIRE

    Cruz, Juliana Cristina Sodário [UNESP

    2003-01-01

    A técnica de solarização vem sendo utilizada em pequenas propriedades como uma alternativa de substituição de defensivos agrícolas no controle de fitopatógenos, insetos, plantas daninhas e nematóides de solo. Desta forma, instalou-se um experimento em condições de campo, numa área da Fazenda Experimental Lageado, campus da UNESP no município de Botucatu – SP (latitude 22°51’S e longitude 48°26’W) para se avaliar o impacto desta técnica sobre a comunidade microbiana de um solo caracterizado co...

  6. A FERTIRRIGAÇÃO E O PROCESSO DE SALINIZAÇÃO DE SOLOS EM AMBIENTE PROTEGIDO

    OpenAIRE

    Silva, Alexsandro Oliveira da

    2014-01-01

    A fertirrigação é uma das alternativas para o parcelamento da adubação em cultivos agrícolas, evitando perdas por lixiviação ou volatilização dos adubos, porém o seu uso excessivo e inadequado pode levar a salinização de solos, principalmente em casas de vegetação, pois o excesso de fertilizantes eleva a condutividade elétrica na solução do solo,  causando redução na produtividade das culturas. No presente texto, foram revisados trabalhos que direta ou indiretamente, abordaram o efeito da fer...

  7. Fauna invertebrada e atributos físicos e químicos do solo em sistemas de integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irzo Isaac Rosa Portilho

    2011-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do sistema de integração lavoura-pecuária (ILP nos principais grupos da macrofauna invertebrada do solo e a relação destes organismos com os atributos físicos e químicos do solo. Foram comparados: sistema de manejo convencional, sistema integração lavoura-pecuária, sistema plantio direto, pastagem cultivada continuamente e fragmentos naturais de Cerrado e de floresta semidecídua. O experimento foi conduzido em Dourados, MS, em um Latossolo Vermelho distroférrico típico, disposto em faixas. A maior densidade, riqueza e diversidade das famílias foi observada no sistema de ILP, em plantio direto, e no sistema em pastagem cultivada continuamente. O sistema convencional promoveu maior redução na comunidade dos organismos invertebrados do solo. O sistema de ILP favorece a manutenção da diversidade da fauna invertebrada, a formação dos agregados estáveis e a fertilidade do solo. A família Sthaphylinidae é um potencial bioindicador de qualidade do solo, principalmente na floresta semidecídua e no sistema de ILP.

  8. Variação na resistência tênsil de agregados em função do conteúdo de carbono em dois solos na região dos Campos Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ademir de Oliveira Ferreira

    2011-04-01

    Full Text Available O comportamento em macroescala do solo depende das propriedades mecânicas de agregados individuais. A resistência tênsil (RT de agregados do solo é uma das propriedades mecânicas mais úteis e utilizadas como indicadora do impacto do manejo na qualidade do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento da RT em relação ao conteúdo do C orgânico total (COT em dois solos (Latossolo Vermelho distrófico típico com classes texturais diferentes, em sistema plantio direto de longa duração. O delineamento experimental utilizado foi fatorial 2 x 2 x 2 inteiramente casualizado, com 12 tratamentos. Os fatores analisados foram: (a dois solos: Latossolo Vermelho distrófico típico classe textural franco-argiloarenosa e Latossolo Vermelho distrófico típico classe textural franco-argilosa; (b profundidades de amostragem: 0-5 e 5-20 cm; e (c épocas de amostragem (E1-outubro de 2007; E2-setembro de 2008. Para determinação da resistência tênsil, foram coletados 1.440 blocos de solo. A RT e o conteúdo de COT foram mensurados em 1.920 agregados para cada época de amostragem. A RT reduziu à medida que o conteúdo de COT aumentou e com maior impacto no LV classe textural franco-argilosa, ou seja, o conteúdo de argila influenciou o comportamento da RT, que respondeu inversamente proporcional ao conteúdo de argila. O impacto do conteúdo de COT na RT foi mais importante na camada superficial do solo de 0-5 cm do que na de 5-20 cm.

  9. Avaliação visual da qualidade da estrutura do solo em sistemas de uso das terras

    OpenAIRE

    Joelcio Eurich; Pedro Henrique Weirich Neto; Carlos Hugo Rocha; Zíngara Rocio dos Santos Eurich

    2014-01-01

    Sistemas sustentáveis de produção agropecuária demandam solos com boa estrutura, por isso, são necessários métodos eficientes para avaliação dessa estrutura. Objetivou-se, com este estudo, aplicar a metodologia de avaliação visual da estrutura do solo, em áreas previamente cobertas por Floresta com Araucária, em longo período de uso após o desmatamento. Selecionaram-se áreas sob três tipos de usos: floresta nativa, pastagem e cultivo agrícola, considerados como tratamento, sendo realizadas de...

  10. Variação nos atributos do solo em sistemas de manejo com adição de cama de frango

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franciele Caroline de Assis Valadão

    2011-12-01

    Full Text Available A cama de frango constitui-se em adubo orgânico com boas características agronômicas, podendo ser bom condicionador das propriedades físicas do solo. Assim, o objetivo deste trabalho foi verificar alterações nas propriedades do solo em sistemas de plantio direto com adição de cama de frango. O estudo foi feito em três camadas (0-10, 10-20 e 20-30 cm e três repetições, em Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico submetido a plantio direto contínuo nos últimos anos, com rotação principalmente de soja, milho, algodão e milheto. Os tratamentos foram: sistema com adubação mineral (S2, com adição de cama de frango crua (S3, com adição de cama de frango compostada (S4 e uma área não manejada de Cerrado nativo (S1. Os sistemas de manejo induziram em ordem crescente - S4, S2, S3 - à degradação dos atributos do solo em relação à vegetação nativa (S1, e isso foi quantificado pelos menores valores de carbono total, diâmetro e estabilidade de agregados, macroporosidade e condutividade hidráulica saturada e pelos maiores valores de densidade e resistência do solo à penetração e microporosidade. A cama de frango crua revelou-se mais vantajosa na disponibilidade de nitrogênio total e menos eficiente em garantir a qualidade física do solo. A cama de frango compostada proporcionou atributos mais semelhantes às condições naturais.

  11. MÉTODOS DE INDEXAÇÃO DE INDICADORES NA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO SOLO EM RELAÇÃO À EROSÃO HÍDRICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Moreira Cândido

    2015-04-01

    Full Text Available A avaliação da qualidade dos solos agrícolas é importante para definição e adoção de práticas de manejo que garantam a sustentabilidade socioeconômica e ambiental. Os métodos de indexação dos indicadores de qualidade denominados Índice de Qualidade Integrado (IQI e Índice de Qualidade Nemoro (IQN foram utilizados neste estudo para avaliar a qualidade de solo em áreas experimentais de plantio de eucalipto. A seleção dos indicadores foi feita a partir de nove indicadores de qualidade do solo: diâmetro médio geométrico, permeabilidade à água, matéria orgânica, macro e microporosidade, volume total de poros, densidade do solo, resistência à penetração e índice de floculação, que estão relacionados à erosão hídrica. Os tratamentos constituíram de eucalipto plantado em nível, com e sem a manutenção dos resíduos, em desnível e solo descoberto, em dois biomas distintos, cujas vegetações nativas são Cerrado e Floresta. Os índices de qualidade do solo (IQS apresentaram alta correlação com a erosão hídrica. Entre os sistemas manejados, o Eucalipto com manutenção do resíduo evidenciou valores mais elevados em ambos os índices, ressaltando-se a importância da cobertura vegetal e manutenção da matéria orgânica para conservação do solo e da água em sistemas florestais. Os IQS demonstraram alto coeficiente de correlação inversa com as perdas de solo e água. Em locais com as maiores taxas de erosão hídrica manifestaram também os menores valores de IQI e IQN. Assim, os índices testados permitiram avaliar com eficácia os efeitos dos manejos adotados sobre a qualidade do solo em relação à erosão hídrica.

  12. COMPACTAÇÃO DE SOLOS EM LABORATÓRIO: EFEITO DO DIÂMETRO E DO NÚMERO DE CAMADAS DO CORPO DE PROVA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavio Alessandro Crispim

    2015-06-01

    Full Text Available RESUMONeste trabalho, estudou-se a influência do diâmetro e do número de camadas do corpo de prova nas curvas de compactação de laboratório e na resistência mecânica de dois solos residuais de gnaisse da Zona da Mata Norte de Minas Gerais, respectivamente, de texturas argilo-areno-siltosa (Solo 1 e areno-silto-argilosa (Solo 2, com vistas à construção de estradas florestais. Além dos resultados dos ensaios de compactação, determinou-se a resistência à compressão não confinada dos solos empregando corpos de prova compactados na umidade ótima (wot e nos teores de umidade 3% abaixo e 2% acima, considerando como referência a energia de compactação do ensaio Proctor normal e empregando corpos de prova compactados em uma, duas e três camadas, bem como nos diâmetros de 35 mm, 73 mm e 100 mm, com nove repetições. Para fins práticos de engenharia e com base em análise estatística aplicada aos parâmetros massa específica aparente seca e resistência à compressão não confinada, pode-se concluir que: (i há diferenças significativas entre as compactações realizadas em uma e em três camadas, não ocorrendo o mesmo nas compactações realizadas em duas e em três camadas, para ambos os solos; e (ii há diferenças significativas entre a compactação de corpos de prova de diâmetro 100 mm e os demais de 73 mm e 35 mm, para o solo 1 (argiloso, bem como há também diferenças apenas no ramo seco da curva de compactação, para o solo 2 (arenoso.

  13. Comportamento de espécies herbáceas em misturas de solo com diferentes graus de contaminação com metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carneiro Marco Aurélio Carbone

    2002-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar, em casa de vegetação, o comportamento de espécies herbáceas em relação ao excesso de Cd e Zn no solo. O gradiente de contaminação foi estabelecido a partir de mistura de solo contaminado com solo sem contaminação em diferentes proporções. As sementes foram semeadas em tubetes contendo 250 mL de solo, e após 90 dias as plantas foram colhidas e avaliadas. A maioria das espécies apresentou redução no crescimento com aumento da contaminação do solo e elevadas concentrações de Cd e Zn na matéria seca da parte aérea (MSPA, na mistura com 15% de solo contaminado. A espécie Pffafia sp. mostrou-se tolerante à contaminação, crescendo em misturas de solo contendo até 90 mg kg-1 de Cd e 1.450 mg kg-1 de zinco. Além disso, apresentou concentração superior a 100 mg kg-1 de Cd na MSPA, sendo considerada hiperacumuladora desse metal. Sida glaziovii, Bidens pilosa, Rhynchelytrum repens, Cenchrus echinatus e Nicandra physaloides, por sua vez, foram severamente afetadas pela contaminação, ao contrário de Trifolium repens, Euchlaena mexicana, Cynodon dactylon, Avena strigosa, Cenchrus ciliares e Cyperus sp. que apresentaram crescimento satisfatório. As espécies avaliadas mostram-se promissoras para estudos adicionais sobre a reabilitação de áreas contaminadas com metais pesados.

  14. Relações da erosão em entressulcos com o tipo e com a quantidade de resíduo vegetal na superfície do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. A. Braida

    1999-09-01

    Full Text Available Os resíduos vegetais na superfície do solo são muito efetivos em dissipar a energia de impacto das gotas de chuva, além de constituírem barreira física ao livre escoamento superficial da água. A presença desses resíduos em contato direto com a superfície do solo pode influenciar, decisivamente, a erosão em entressulcos. Este estudo objetivou avaliar as relações da erosão em entressulcos com a quantidade de resíduo vegetal em cobertura e verificar as diferenças nessas relações para palha de milho e palha de trigo. Um experimento de campo foi instalado no Centro de Pesquisa de Florestas e Conservação do Solo da FEPAGRO, em Santa Maria, RS, em Podzólico Vermelho-Escuro franco-arenoso. As parcelas experimentais mediam 0,50 x 0,75 m, com a maior dimensão no sentido do declive do terreno, que era de 0,17 m m-1, arranjadas em quatro blocos completos ao acaso. Palhas de milho e de trigo, picadas em fragmentos de 7,5 cm, foram distribuídas, nas parcelas, sobre solo recentemente preparado, em quantidades de 0,00, 0,05, 0,10, 0,20, 0,40 e 0,80 kg m-2. Em seguida, foi aplicada uma chuva simulada de intensidade média de 67 mm h-1 e duração de 90 min. As taxas de perdas de solo e água por erosão em entressulcos variaram ao longo da chuva, dependendo da quantidade de resíduo vegetal existente na superfície do solo, porém não foram observadas variações significativas em relação ao tipo de palha. A relação da erosão em entressulcos com a fração do solo coberto (dada em função da quantidade de palha pode ser expressa por meio de uma equação exponencial. Por ser um modelo simples, com medidas de fácil obtenção, sugere-se esse modelo para estimar o subfator cobertura do solo em entressulcos por resíduos em contato direto com a superfície.

  15. Leguminosas isoladas e consorciadas com milheto em diferentes sistemas de manejo do solo no feijão orgânico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marisol Rivero Herrada

    2017-10-01

    Full Text Available Vários estudos têm demonstrado as vantagens da utilização de plantas de cobertura em manter ou melhorar a qualidade do solo e produtividade da cultura. No entanto, os efeitos dessa gestão em feijão comum orgânico em condições de savana, ainda são desconhecidos. Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito de leguminosas, mucuna (Mucuna pruriens (L. DC, feijão guandu (Cajanus cajan L. HUTH, feijão de porco (Canavalia ensiformis, crotalária (Crotalária juncea em monocultura e em consórcio com milheto (Pennisetum glaucum L. R. Br. de 1810, na produção de grãos no feijoeiro comum em sistema orgânico de produção sob o sistema do manejo do solo convencional e plantio direto. O experimento foi realizado com a cultivar BRS Pontal, em um delineamento em blocos casualizados. Aos 90 dias após a germinação das plantas de feijão foram avaliadas, o número de vagens por planta (NVP, número de grãos por vagem (NGV, número de grãos por planta (NGP , peso de 100 grãos (M100G e produção de grãos. Os resultados mostraram que o número de vagens, número de grãos e produtividade do feijoeiro no sistema orgânico, foram influenciados pelas culturas de cobertura do solo e sistemas manejo do solo, com destaque para mucuna associados com milheto e sistema de plantio direto, que proporcionou o melhor desempenho destes parâmetros. A maior produção de grãos foi observado com a mucuna associados com milho em sistema de plantio direto. A produtividade média de grãos orgânicos foi de 3.8 Mg ha-1. A análise de agrupamento mostrou um efeito marcante de sistemas de manejo do solo sobre os componentes de produção do feijoeiro.

  16. Evolução de atributos físicos de solo em sistema de integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osmar Conte

    2011-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito das alturas de pastejo e dos sucessivos ciclos de pastejo sobre os atributos físicos do solo, em um sistema de integração lavoura-pecuária. O experimento foi implantado em 2001, na região do Planalto Médio, RS, em um Latossolo Vermelho, com o cultivo consorciado de azevém (Lolium multiflorum e de aveia-preta (Avena strigosa, sob pastejo contínuo, no inverno, e o cultivo de soja (Glycine max no verão. Os tratamentos consistiram de diferentes intensidades de pastejo, definidas pela altura da pastagem (10, 20, 30 e 40 cm, tendo-se utilizado uma área sem pastejo como controle. Foram avaliadas a densidade e a porosidade do solo após o ciclo de pastejo e de cultivo da soja, bem como a resistência mecânica do solo à penetração e a estabilidade de agregados no sétimo ano do experimento. Não houve alterações significativas na densidade e na porosidade do solo após sete anos em integração lavoura-pecuária. A resistência do solo à penetração é maior na camada superficial após o ciclo de pastejo. A agregação do solo aumenta nas áreas pastejadas, independentemente da intensidade de pastejo.

  17. Atributos físicos do solo relacionados ao armazenamento de água em um Argissolo Vermelho sob diferentes sistemas de preparo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Mellissa Ananias Soler da

    2005-01-01

    Full Text Available Os sistemas de preparo afetam a estrutura do solo e podem influenciar o armazenamento de água disponível para as plantas. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de longo prazo (17 anos dos sistemas de preparo convencional (PC, preparo reduzido (PR e semeadura direta (SD sobre os atributos físicos relacionados ao armazenamento e disponibilidade de água de um Argissolo Vermelho com textura média, em Eldorado do Sul, RS. Amostras de solo (0-2,5, 2,5-7,5, 7,5-12,5, 12,5-17,5cm foram coletadas numa seqüência ervilhaca/milho. Adicionalmente, amostrou-se uma área sob campo nativo (CN, adjacente à área experimental, como referência à condição natural do solo. O solo em SD apresentou maiores teores de carbono orgânico (CO na camada superficial e maiores valores de resistência ao penetrômetro em profundidade, em relação ao solo em preparo convencional. Os sistemas de preparo não se diferenciaram quanto ao seu efeito na macro e microporosidade do solo, contudo o revolvimento no PC aumentou a condutividade hidráulica saturada em profundidade. Não se verificou nenhuma restrição física ao desenvolvimento radicular sob os diferentes sistemas de preparo, o que foi comprovado pelos valores de densidade (1,35 a 1,65 Mg m-3, macroporosidade (0,09 a 0,20 m³ m-3 e resistência ao penetrômetro (0,25 a 0,75 MPa. Do ponto de vista hídrico, as curvas de retenção e o volume de água disponível (AD = 10 kPa (capacidade de campo - 1.500 kPa (ponto de murcha permanente, não foram influenciados pelos sistemas de preparo, sendo o baixo volume de água disponível (0,05 a 0,09 m³ m-3 relacionado à textura desse solo. Nesse caso, o aumento da taxa de infiltração e a diminuição da evaporação da água decorrente da manutenção dos resíduos vegetais sobre o solo nos sistemas de preparo reduzido e semeadura direta, podem contribuir para uma maior disponibilidade hídrica na fase inicial do estabelecimento das culturas nesses sistemas

  18. FAUNA DO SOLO EM ÁREAS COM Eucalyptus spp. E Pinus elliottii, SANTA MARIA, RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Izabel Jacques Soares

    2000-10-01

    Full Text Available Este trabalho, com início na primavera de 1996 e término no inverno de 1997, teve como objetivo realizar o levantamento populacional da fauna do solo em áreas com Eucalyptus spp. e Pinus elliottii, situadas no Campus da Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. Para a coleta do solo, utilizou-se um extrator, formando-se amostras em dez pontos, nas profundidades de 0-5, 5-10, 10-15 e de 15-20 cm, em cada estação do ano. Por meio deste estudo, pôde-se identificar alguns representantes dos Phylum Annelida e Arthropoda que participam do contexto fauna-solo-vegetação. O total de indivíduos, seu respectivo percentual e número de indivíduos por metro quadrado foram obtidos. Observou-se o predomínio do Phylum Arthropoda e, mais especificamente, da classe Insecta na área com Eucalyptus spp. e do Phylum Annelida na área com Pinus elliottii. A variável profundidade originou modelos matemáticos que explicam a distribuição populacional dentre as áreas estudadas. A variável estação do ano não apresentou uma diferença significativa. Não foi possível, portanto, estabelecer um modelo de distribuição populacional.

  19. Fertilização com boro e zinco no solo em complementação à aplicação via foliar em laranjeira Pêra

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Quaggio José Antônio

    2003-01-01

    Full Text Available As deficiências de boro (B e zinco (Zn são as mais freqüentes na citricultura brasileira e há escassez de conhecimento sobre critérios de diagnóstico e manejo desses nutrientes nessa cultura. A aplicação foliar tem sido a forma tradicional de fornecimento desses nutrientes, a despeito da baixa redistribuição na planta cítrica. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência da aplicação complementar de B e Zn no solo em comparação com a aplicação via foliar e estabelecer curvas de calibração de análises de solo e de folhas com a produtividade da laranjeira Pêra. Os tratamentos foram arranjados em delineamento fatorial 4², com três repetições. Foram aplicadas no solo as doses anuais de 0, 2, 4 e 6 kg ha-1 de B (ácido bórico e Zn (sulfato de zinco, em complemento à adubação foliar. A produção de frutos aumentou significativamente com a aplicação de B no solo até a dose de 4 kg ha-1, enquanto a aplicação de Zn no solo mostrou-se pouco eficiente. As doses de B afetaram a qualidade dos frutos. A produtividade máxima foi obtida com teor de B no solo de 1,0 mg dm-3, e na folha de cerca de 300 mg kg-1. A aplicação foliar de B, apesar de evitar os sintomas típicos de deficiência, não otimizou a produtividade e a qualidade dos frutos, enquanto a aplicação foliar de Zn mostrou-se eficiente. Curvas de calibração de análises de solo e de folhas mostraram a necessidade de rever as classes de interpretação desses micronutrientes na citricultura.

  20. Fertigação do algodoeiro utilizando efluente doméstico tratado Fertigation of cotton with treated domestic sewage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osvaldo N Sousa Neto

    2012-02-01

    Full Text Available Conduziu-se um experimento no Campus da Universidade Federal Rural do Semiárido em Mossoró, RN, com o objetivo de avaliar o comportamento do algodoeiro (Gossypium hirsutum L. raça latifolium Hatch cultivar 8H, quanto ao aspecto crescimento, quando irrigado com efluentes domésticos tratados. O delineamento experimental adotado foi o de blocos casualizados com parcelas subdivididas e sendo testadas, nas parcelas, as diluições do efluente doméstico [25% - T1, 50% - T2, 75% - T3 e 100% de água residuária- T4 e água de abastecimento + adubação mineral do solo - T5] em dois solos de texturas contrastantes (Latossolo Vermelho Amarelo - S1 e Cambissolo - S2. A irrigação com água residuária influenciou significativamente o crescimento das plantas de algodoeiro, em referência ao índice de velocidade de emergência, à percentagem de germinação à altura de plantas, ao diâmetro caulinar e número de folhas e à área foliar e massa seca de parte aérea, crescendo com o aumento da proporção de uso do efluente doméstico. Houve efeito positivo do acúmulo de nutrientes no solo aplicados via fertirrigação sobre as variáveis estudadas. A fertirrigação com efluente doméstico tratado pode substituir a adubação convencional do algodoeiro.An experiment was conducted at the Universidade Federal Rural do Semi-arid in Mossoró, RN with the aim of evaluating the behavior of cotton (Gossypium hirsutum L. race latifolium Hatch 8H cultivar, in terms of growth when irrigated with treated domestic sewage. The experimental design was in randomized blocks with split plots and in plots were tested dilutions of wastewater [25% - T1, 50% - T2, 75% - T3 and 100% of wastewater - T4 and supply water with mineral fertilizer - T5] in two soils of contrasting textures. Irrigation with wastewater significantly influenced the growth of cotton plants, the rate of emergence, the germination percentage, plant height, stem diameter and leaf area, growing

  1. Dinâmica das populações bacterianas em solos de Cerrados Dynamic of bacterial populations from Cerrado soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Carlos Pereira

    1999-05-01

    Full Text Available Nos ambientes tropicais, os Cerrados destacam-se pelo seu potencial agrícola. Apesar das funções dos microrganismos no crescimento das plantas e na produtividade das culturas, existem poucas informações dos efeitos resultantes do manejo do solo, na ecologia microbiana. Neste estudo, foram avaliados os efeitos das condições ambientais e das práticas agrícolas sobre as populações bacterianas. As densidades das populações em solos com vegetação nativa foram variáveis e diferenciadas. Em Sete Lagoas, MG, as populações de actinomicetos variaram de 1,7 a 50 X 10(4 UFC/g de solo seco, enquanto em Planaltina as densidades das populações bacterianas em solo com primeiro e segundo ano de cultivo de soja foram semelhantes, mas superiores ao solo com vegetação nativa. A utilização agrícola deste solo não resultou em desequilíbrios acentuados das populações de actinomicetos provenientes de esporos e hifas. As relações esporos/hifas variaram de 1,1 a 5,8. Na rizosfera da soja, os coeficientes de correlação entre as populações de actinomicetos com as demais populações bacterianas foram significativos. Os resultados evidenciam que as práticas agrícolas utilizadas na introdução da cultura da soja em solos de Cerrados pode influenciar o equilíbrio das populações na comunidade bacteriana.Among tropical environments, Cerrados stand out because of its agriculture potencial. Although microorganisms play an important role on soil sustainability and crop production, few information is available on the effects of soil management systems on Cerrado's microbial ecology. In this study the effects of environmental conditions and soil management practices on bacterial populations were evaluated. Bacterial population densities in soil under native vegetation were variable and diferentiated. Actinomycetes densities varied from 1.7 to 50 X 10(4 CFU/g dry soil in Sete Lagoas region, Brazil, whereas bacterial populations in both the

  2. Uso de resíduos industriais na remediação de solo contaminado com cádmio e zinco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Osvaldo Lima Magalhães

    2011-06-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar a utilização de dois resíduos industriais na redução de disponibilidade de zinco e cádmio em solo contaminado. O experimento foi conduzido em casa de vegetação na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro por 225 dias, utilizando-se um substrato contaminado com zinco e cádmio, coletado no pátio de minério do Porto de Itaguaí, e próximo ao local de disposição de resíduo perigoso da Cia Mercantil e Industrial Ingá em Itaguaí, RJ. O substrato foi tratado com dois agentes inertizantes, assim descritos: um resíduo industrial com característica alcalina (Escória de Aciaria em duas doses 4 e 6%, e outro com alto teor de óxido de ferro como adsorvente (Carepa de Laminação, em dose única de 1%. Após o plantio das mudas de Eucalyptus urophylla, foram feitas coletas do substrato em cada unidade experimental para determinação das frações biodisponíveis (extraído com MgCl2 e a não disponível. O substrato não tratado apresentava alto teor de cádmio e zinco na fração biodisponível. Os tratamentos causaram uma redução na disponibilidade desses elementos no solo, evidenciado na absorção diferenciada pelas plantas. Por causa da maior disponibilidade do cádmio e zinco no solo sem adição dos inertizantes, as plantas não resistiram aos altos teores desses elementos e morreram 30 dias após a implantação do experimento. A produção de massa seca foi influenciada positivamente pela aplicação dos agentes inertizantes, apresentando melhor resposta na maior dose de escória de aciaria. A maior dose também propiciou as menores concentrações dos elementos nas plantas, sem provocar deficiência do micronutriente zinco e mantendo o cádmio a níveis não tóxicos para as espécies de eucalipto. Apesar de apresentar menores concentrações de cádmio na dose de 6% de Escória de Aciaria,essa dose resultou na maior extração desse elemento pelas plantas.

  3. Condicionadores químicos de solo e retenção e distribuição de cádmio, zinco e cobre em latossolos tratados com biossólido Soil amendments and heavy metal retention and distribution in oxisols treated with biosolids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lucia Silveira

    2008-06-01

    Full Text Available O uso agrícola é uma das alternativas eficientes para o manejo de biossólidos. Dependendo, porém, da origem (urbana e, ou, industrial e do sistema de tratamento, biossólidos podem conter concentrações elevadas de metais pesados, que, por sua vez, podem acumular-se nos solos. O uso de condicionadores químicos pode reduzir a biodisponibilidade e a mobilidade de metais no solo e, conseqüentemente, os riscos ao meio ambiente. Neste estudo, avaliaram-se os efeitos da adição de quatro condicionadores [carbonato de cálcio (CaCO3, sulfato de Ca (CaSO4, fosfato de potássio monobásico (KH2PO4 e hidroxiapatita sintética (HA] na retenção e distribuição de Zn, Cu e Cd em Latossolos tratados com biossólido. Considerando a baixa solubilidade, a HA foi equilibrada nos valores de pH 4, 5 e 6. Utilizaram-se amostras superficiais (0-0,2 m de um Latossolo Vermelho acriférrico (LVwf e de um Latossolo Amarelo distrófico (LAd. Dois gramas de terra foram colocados para reagir em câmaras-duplas de difusão com 2 g de biossólidos com teores elevados de metais. Após atingir o equilíbrio (aproximadamente sete dias, a solução foi centrifugada, filtrada e acidificada, e as concentrações de Zn, Cu e Cd foram determinadas. As fases sólidas (solo e biossólido foram secas por congelamento e, a seguir, procedeu-se à extração seqüencial de Zn, Cu e Cd. Os condicionadores foram eficientes na remoção de Zn, Cd e, em menor proporção, de Cu da solução. Em geral, o CaCO3 foi o mais eficiente na imobilização dos metais seguido da HA (pH 6. A HA equilibrada nos valores de pH 4 e 5 não promoveu imobilização dos metais. Após a introdução dos condicionadores, a quantidade de metais no solo ligados à fração trocável foi reduzida e os teores dos metais ligados à superfície dos óxidos/carbonatos foram aumentados, sobretudo nos tratamentos em que se utilizaram CaCO3 e HA (pH 6.Land application represents an efficient alternative for

  4. A salinização do solo em Portugal: Causas, extensão e soluções

    OpenAIRE

    Gonçalves, M. C.; Martins, J. C.; Ramos, T. B.

    2015-01-01

    A salinização é um dos principais processosde degradação do solo a nível mundial. Em Portugal, este problema está limitado às zonas costeiras afectadas pelas marés (sapais) e a algumas áreas regadas no sul do País. Contudo, o aumento da área regada e as perspectivas de mudanças climáticas para as próximas décadas, nomeadamente o aumento das temperaturas, podem levar a um acréscimo da área afectada por aquele problema em Portugal e a uma crescente degradação dos solos. Descrevem-se as principa...

  5. Persistência de inseticidas e parâmetros microbiológicos em solo sob sistemas de manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irzo Isaac Rosa Portilho

    2015-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a degradação dos inseticidas bifentrina, permetrina e tiametoxam em um solo sob sistemas de integração lavoura-pecuária (SILP, plantio direto (SPD e convencional (SC, e sua relação com atributos microbiológicos (carbono da biomassa microbiana, respiração basal e atividade das enzimas -glucosidase e fosfatase ácida. O experimento foi realizado utilizando solos incubados (0-10cm com umidade a 75% da capacidade de campo e 28ºC por 51 dias. Além de aumentos de matéria orgânica, biomassa e atividade microbiana, o sistema SILP também favoreceu a degradação mais rápida dos três inseticidas no solo, em comparação aos outros sistemas avaliados. Dentre os inseticidas avaliados, o tiametoxam apresentou degradação lenta no solo, com valores de meia-vida (TD50 entre 46 e 89 dias. Os valores de TD50 para bifentrina ficaram entre 14 e 44 dias e para permetrina entre 9 e 47 dias, considerando todos os sistemas avaliados.

  6. Caracterização e classificação de solos graníticos em topossequência na região Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Suélen Corrêa de Medeiros

    2013-07-01

    Full Text Available Na região sul do Brasil, foi verificada a ocorrência de forte gradiente textural em solos localizados em áreas de morros graníticos. O presente estudo teve como objetivo avaliar os processos pedogenéticos envolvidos na formação de solos em topossequência de granito em Porto Alegre (RS. Foram descritos e amostrados morfológica, química, física e mineralogicamente quatro perfis de solos localizados em diferentes segmentos da paisagem. Os perfis de solos do topo, encosta superior e sopé da topossequência apresentaram gradiente textural expressivo, e a relação argila fina:argila total aumentou nos horizontes subsuperficias (Bt, indicando transporte da fração mais fina. O índice de uniformidade inferior a 0,6 sugeriu que os solos não apresentaram indícios de descontinuidade litológica. O índice Ki, a relação Fe2O3d/Fe2O3s e a presença de feldspato e minerais 2:1 e 2:1:1, constatadas pela difração de raios-x indicaram grau de intemperismo intermediário. A difração por raios x também mostrou aumento do argilomineral caulinita em profundidade. Na encosta inferior, o perfil de solo não apresentou horizonte B pedogenético. Os resultados são indicativos da ocorrência da lessivagem como o principal processo pedogenético atuante, apesar das características indicativas de estádio de intemperismo pouco avançado.

  7. Percepção ambiental dos produtores e qualidade do solo em propriedades orgânicas e convencionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Araci Kamiyama

    2011-01-01

    Full Text Available O sistema orgânico de produção deve resultar na utilização mais racional dos recursos naturais, sobretudo do solo. Os produtores orgânicos devem adotar práticas conservacionistas, além de atender a outros princípios deste sistema de produção. Neste trabalho foram avaliadas as práticas de manejo e conservação do solo adotadas por produtores orgânicos e convencionais nas regiões dos municípios de Socorro (Serra da Mantiqueira e Mogiana e Ibiúna, situados no Estado de São Paulo. O objetivo dessa pesquisa foi verificar o grau de adoção de práticas conservacionistas pelos produtores e avaliar a qualidade do solo na agricultura orgânica e convencional. Foi elaborado e aplicado um questionário, com visitas locais para verificação das práticas conservacionistas e ocorrência de erosão, em 30 propriedades. Os resultados foram expressos em índices indicadores de diversidade de uso do solo, atitude conservacionista, percepção de erosão e do impacto sobre os recursos hídricos. Foram também realizadas análises de atributos químicos, físicos e biológicos indicadores da qualidade do solo. Concluiu-se que os produtores orgânicos têm maior percepção quanto à atitude conservacionista e nas propriedades orgânicas há maior diversidade de cultivos, embora não haja maior diversidade geral de uso do solo. A produção orgânica de alface, em Ibiúna proporcionou maior atividade biológica no solo e maior colonização por fungos micorrízicos arbusculares. O sistema orgânico possui maiores teores de matéria orgânica e menores de potássio e não houve diferença entre os atributos físicos do solo dos sistemas orgânico e convencional.

  8. Fauna do Solo como Indicadora em Fragmentos Florestais na Encosta de Morrotes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Nogueira Scoriza

    Full Text Available RESUMO A diferença sucessional entre os fragmentos florestais reflete-se na comunidade da fauna do solo, mostrando-se um bioindicador eficiente. A não diferenciação entre terços indica que a degradação antrópica ocorre de forma homogênea em toda a extensão da encosta florestal.

  9. Carbono total e δ13C em agregados do solo sob vegetação nativa e pastagem no bioma cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ciniro Costa Junior

    2011-08-01

    Full Text Available Diferentes sistemas de uso e manejo alteram o teor de carbono no solo (C, porém diminuições no C do solo têm sido reportadas quando áreas de Cerrado nativo são convertidas em pastagem. Disso resulta a necessidade da realização de pesquisas em diferentes sistemas e condições edafoclimáticas, a fim de elucidar as tendências encontradas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a agregação, os teores de C e a abundância natural de δ13C do solo em uma área cultivada há nove anos sob lavoura seguida de 20 anos sob pastagem, a qual atualmente apresenta sinais de degradação (PA, comparando-a a uma vegetação nativa no bioma Cerrado (CE que ocorre em área adjacente. As áreas de estudo estão localizadas no município de Rio Verde (GO, em solo classificado como Latossolo Vermelho distrófico, de textura argilosa. Em amostras de solo coletadas nas camadas de 0-5, 5-10 e 10-20 cm de profundidade, foram determinados a distribuição de agregados estáveis em água (micro, meso e macroagregados, o diâmetro médio aritmético (DMA e geométrico (DMG, os teores de C total e de δ13C, o tempo de residência média do C (TRM e a fração da matéria orgânica leve livre (FLL. Os resultados indicaram que o uso sob lavoura seguido de pastagem reduziu em 21 % o estoque de C original, possivelmente devido ao menor aporte de material na FLL. O solo apresentou elevada agregação e não houve diferenças significativas entre as áreas avaliadas. No entanto, os teores de C nos macroagregados foram menores na PA em relação ao CE, enquanto nos microagregados não houve diferença entre os sistemas de uso, sugerindo, respectivamente, maior e menor sensibilidade ao manejo e menor e maior proteção do C por essas classes de agregados. Os valores de TRM e as análises isotópicas reforçaram esses resultados, mostrando, ainda, substituição de 83 % do C original durante os 29 anos de cultivo. O constante aporte de resíduos vegetais, assim como a

  10. Uso de biossólidos em povoamento de eucalipto: efeito em atributos químicos do solo, no crescimento e na absorção de nutrientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. M. S. Vaz

    2002-09-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o efeito da aplicação de doses crescentes de biossólido (0, 5, 10, 15, 20 e 40 t ha-1, base seca em atributos químicos do solo, crescimento e absorção de macro e micronutrientes em um povoamento de Eucalyptus grandis, foi instalado um experimento na Estação Experimental de Itatinga da ESALQ/USP, Itatinga (SP. Alguns tratamentos tiveram suplementação de K e P e, como referência, em um dos tratamentos foi aplicada adubação mineral como praticado em empresas florestadoras com alta tecnologia na região.O solo da área foi caracterizado como Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico textura média. Seis meses após a aplicação do biossólido, não foram constatadas alterações do pH e dos teores de P, Mg, Zn, Cu e B no solo. Foi observada elevação dos teores de K, Ca e S no solo, bem como redução das concentrações de Al, Fe e Mn, dependendo da dose de biossólido aplicada. Diferentemente, 13 meses após a aplicação do biossólido, percebeu-se a elevação do pH e dos teores de P, Ca, K e S somente na camada de 0-5 cm. Nas duas épocas de amostragem do solo, a elevação das doses de biossólido ocasionou redução dos teores de MO somente na camada de 0-5 cm. Em compasso com a mineralização da MO no solo, os teores de N e S no tecido foliar elevaram-se com o aumento das doses de biossólido em ambas as épocas de amostragem. A disponibilidade de P assimilável (P-resina elevou-se, consideravelmente, com o tempo de contato do biossólido com o solo, resultando em maior absorção de P e crescimento das plantas. A aplicação de fertilizante fosfatado no sulco ou cova de plantio, conjuntamente com o biossólido, mostrou-se necessária para elevar o crescimento inicial das plantas, assegurando atendimento das elevadas demandas iniciais deste nutriente. A suplementação de K em plantações jovens de eucalipto poderá não ser necessária para doses de biossólido maiores que 10 t ha-1, quando as

  11. Manejo do nitrogênio no milho em sucessão a plantas de cobertura de solo, sob plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. J. Basso

    2000-12-01

    Full Text Available Estabelecida a hipótese de que a antecipação da adubação nitrogenada promove acréscimo no rendimento de grãos de milho pela maior disponibilidade de N nos estádios iniciais de desenvolvimento, foi realizado um trabalho com o objetivo de avaliar diferentes manejos de N para o milho cultivado em sucessão a plantas de cobertura de solo. O experimento foi desenvolvido em área do Departamento de Solos da Universidade Federal de Santa Maria (RS, nos anos agrícolas de 1996/97, 1997/98 e 1998/99, em Argissolo Vermelho distrófico arênico (Hapludalf. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com parcelas subdivididas e três repetições. Nas parcelas principais (25 x 5 m, foram cultivadas três espécies para cobertura de solo no inverno: aveia preta (Avena strigosa Schieb, aveia preta + ervilhaca (Vicia sativa L. e nabo forrageiro (Raphanus sativus. Nas subparcelas (5 x 5 m, aplicou-se N para o milho da seguinte maneira: (a 00-00-00, (b 00-30-90, (c 30-30-60, (d 60-30-30 e (e 90-30-00, cuja seqüência para cada tratamento corresponde à quantidade de N em kg ha-1 aplicado em pré-semeadura-semeadura-cobertura do milho. A aplicação de N em pré-semeadura foi realizada após o manejo das plantas de cobertura de solo no inverno, enquanto em cobertura o N foi aplicado quando as plantas de milho estavam com quatro a seis folhas desenroladas. Utilizou-se uréia como fonte de N. Segundo os resultados, o milho cultivado em sucessão ao consórcio com aveia preta + ervilhaca mostrou melhor desempenho do que quando cultivado sobre resíduos de aveia preta e nabo forrageiro. A aplicação de N em pré-semeadura do milho é uma atitude de risco, sendo mais segura a aplicação de N na semeadura e em cobertura.

  12. Formigas como bioindicadores da qualidade do solo em sistema integrado lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Aparecido Crepaldi

    2014-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a comunidade de formigas em sistemas envolvendo a rotação entre lavoura e pecuária, sob plantio direto, comparado a outros sistemas de manejo e com sistemas naturais da região. O estudo foi conduzido no Município de Dourados, MS, sob Argissolo Vermelho distroférrico típico, num sistema integrado lavoura-pecuária, em plantio direto, rotacionado a cada dois anos. Outros sistemas de manejo avaliados, para comparação, incluíram o sistema convencional (aração e gradagem, sistema plantio direto e pastagem cultivada continuamente com Brachiaria decumbens, além de dois fragmentos de vegetação nativa, nos biomas Cerrado e Floresta Semidecídua. A coleta de solo foi realizada no período chuvoso (safra 2009/2010, sendo as amostragens de serapilheira realizadas com a utilização de extratores do tipo mini-Winkler, seguindo o protocolo ALL (Ants of the Leaf Litter. Os resultados indicaram morfoespécies de Strumygenys sp. e Hypoponera sp. como potencial bioindicadores de qualidade do solo. O estudo demonstrou que a importância da manutenção de fragmentos florestais (Cerrado e Floresta Semidecídua e implementação de sistemas integrados, tais como lavoura-pecuária, são menos impactantes para a mesofauna de solo e contribuem para a conservação da diversidade de formigas e manutenção da qualidade do solo.

  13. Cobertura do solo e degradação de pastagens em área de domínio de Chernossolos no sul da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. V. Costa

    2000-12-01

    Full Text Available O presente trabalho, realizado nos municípios de Itapé e Itaju do Colônia, os quais se encontram insertos na região econômica Litoral sul do estado da Bahia, teve por objetivo caracterizar um ambiente pastoril, dando ênfase a solos e sua cobertura natural, com a finalidade de mensurar e avaliar a degradação de pastagens. Essas áreas encontram-se em domínio de Chernossolos, em ambientes onde houve substituições de floresta nativa e cacau, cultivado em cabruca, por pastagens de capim Panicum maximum, cv. colonião e sempre-verde, cultivadas há vários anos em sistemas caracterizados como bem e mal manejados. Para isso, aplicou-se um método para análise da cobertura do solo, utilizando as unidades de amostragem de linhas e pontos em conjunto, monitorado pela caracterização química e física do solo. As amostras foram coletadas em trincheiras localizadas no topo, na meia-encosta e na baixada, em morros com conformações semelhantes. Verificou-se que a mudança de ambiente levou a alterações físicas e químicas do solo, tais como: diminuição nos valores de soma de bases, na capacidade de troca de cátions e, conseqüentemente, no grau de saturação por bases; diminuição nos teores de carbono orgânico total e aumento na densidade do solo e, em conseqüência, redução na quantidade total de poros, principalmente nas primeiras camadas do horizonte A, decorrente das exigências dos processos de conversão da floresta em pastagem. As amostragens realizadas por meio de linhas e pontos foram eficientes, uma vez que proporcionaram subsídios para a avaliação do nível de degradação, revelando que, ao longo dos anos, as pastagens mal conduzidas sofrem mudanças (sucessão de gramíneas, aumento na incidência de espécies espontâneas e de solo descoberto, dentre outras que comprometem a sustentabilidade das pastagens da região.

  14. Geometria fractal em física do solo Fractal geometry in soil physics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O.O.S. Bacchi

    1993-09-01

    Full Text Available A geometria fractal tem sido aplicada nos mais diversos ramos da ciencia, mostrando grande potencial na descrição de estruturas altamente complexas. A sua aplicação em ciência do solo tem despertado grande interesse e vem se intensificando nos últimos anos. Apesar da sua divulgação através da literatura científica internacional, de conhecido acesso por parte dos pesquisadores brasileiros, o assunto parece não ter merecido ainda a nossa atenção, a contar pela ausência do tema em nossas revistas especializadas. Tratamos aqui da conceituação básica dessa nova abordagem e de algumas aplicações em física do solo.Fractal geometry has been applied on different branches of science, showing high potential in describing complex structures. Its applications in soil science have received large attention and have been intensified in the last few years. Inspite of the large number of internationally published papers, the subject seems not having received the same attention by Brazilian soil scientists, as verified by the absence of the subject in our scientific journals. This paper presents the basic concepts of this new tool and some of its applications in soil physics.

  15. Tamanho e forma de parcela em experimentos com morangueiro cultivado em solo ou em hidroponia Plot size and shape in trials using strawberry cultivated with soil or using hydroponics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carine Cocco

    2009-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estimar a forma e o tamanho de parcela ótimos para ensaios com a cultura do morangueiro (Fragaria x ananassa em cultivo hidropônico e em solo. Foram conduzidos dois, experimentos, um em cultivo convencional no solo, em túneis baixos, e outro em cultivo hidropônico. Em cada experimento, avaliaram-se os efeitos do tamanho e do formato das parcelas sobre a precisão experimental. Cada planta foi considerada uma unidade básica, e o número de unidades básicas por parcela variou de 1 (48 parcelas a 24 (duas parcelas. Foram ajustadas funções para a determinação do coeficiente de variação entre as parcelas e para a determinação da variância por unidade básica entre as parcelas. O cultivo no solo apresentou maior variabilidade experimental que o cultivo hidropônico. O aumento no número de plantas por parcela causou redução acentuada na variabilidade experimental, especialmente quando se usou o formato de parcela retangular. O tamanho ótimo estimado das parcelas é de dez plantas, no cultivo com solo, e de seis plantas, no cultivo hidropônico.The objective of this work was to estimate the optimal size and shape of plots to be used in experiments of strawberry (Fragaria x ananassa cultivation in soil or using hydroponics. Two experiments were conducted, one in soil in low tunnels, and another in a hydroponic system. In each experiment, the effects of plot sizes and shapes on experimental accuracy were evaluated. Each plant was considered an experimental basic unit, and the number of plants per plot varied from 1 (48 plots to 24 (two plots. Functions were adjusted to determine the coefficient of variation among plots and the variance per basic unit between plots. Plants grown in soil had higher experimental variability than the plants grown in hydroponics. Increasing the number of plants per plot caused strong reduction in the experimental variability, especially when a rectangular plot shape was used

  16. Atributos do solo-paisagem em áreas degradadas com malva-branca (Sida cordifolia L. no semiárido paraibano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivaldo Vital Santos

    2014-07-01

    Full Text Available O desmatamento, com o intuito de obter madeira para fins energéticos, origina áreas degradadas com solo exposto ou com dominância de extrato herbáceo formado por várias espécies, destacando-se a malva (Herissantia crispa L., a qual funciona como alternativa medicinal ou fitomassa para o rebanho nas épocas de estiagem prolongada. Pelo exposto o presente trabalho objetivou estabelecer o histórico das áreas com predominância de malva branca e diagnosticar os atributos morfológicos, físicos e químicos dos solos. O trabalho foi conduzido em cinco áreas com predominância de malva-branca, onde inicialmente realizou-se sua caracterização geral e o histórico de utilização agrícola. Em seguida fez-se a descrição do perfil, quando coletou-se amostras de solo (0-20 cm para análises granulométricas e químicas. Os resultados demonstraram que todas as áreas têm relevo suavemente ondulado e apresentavam, originalmente, cobertura de Caatinga densa e atualmente são utilizadas para pastejo, têm erosão em sulco, afloramento rochoso e pedregosidade. A morfologia indicou solos rasos, com camadas cimentadas, estrutura granular e em blocos, consistência variável, textura areia franca no horizonte A e argilo-arenosa e areno-argilosa no horizonte B. Os atributos químicos revelaram solos ácidos, com concentrações de fósforo muito baixas e de potássio, cálcio e magnésio médias, com saturação por bases variando de 65 a 78%.

  17. Heavy metals in Oxisols amended with biosolids and cropped with maize in a long-term experiment Metais pesados em latossolos tratados com biossólido e cultivados com milho em experimento de longa duração

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Katarzyna Wójcik Oliveira

    2005-08-01

    Full Text Available Biosolids comprise organic matter and plant nutrients, but are also a source of heavy metals hazardous to soils, plants and humans. The aim of this work was to evaluate accumulation, movement in the soil profile and availability to maize plants of heavy metals in two oxisols amended with biosolids for five years. The experiment was carried out in Jaboticabal, SP, Brazil, under field conditions, using a split-plot design. Biosolids were added to the soils at four different rates, 0.0 (control with mineral fertilization, 2.5; 5.0 and 10.0 t ha-1, dry weight basis, annualy for three years. In the fourth and fifth years, the 2.5 t ha-1 treatment rate was increased to 20.0 t ha-1. In the fifth year, soil samples were collected at 0-20 and 20-40 cm depths and analyzed for Cu, Ni, Mn, Pb and Zn total and extractable (Mehlich 1 contents. Biosolids increased the concentration of Ni and Zn in the Typic Eutrorthox, and of Ni, Pb, Zn and Cu in the Typic Haplorthox, but values did not exceed critical limits established by legislation. The elements generally accumulated in the 0-20 cm depth. Lead and Ni concentrations in grains were below detection limits. In general, heavy metals contents in maize plants were not affected by application of biosolids. Mehlich 1 extractant was not efficient in predicting the availability of Ni, Mn, and Pb to maize plants.O biossólido contém em sua composição matéria orgânica e nutrientes das plantas, mas também metais pesados danosos para solos, plantas e a saúde humana. O objetivo deste trabalho foi avaliar o acúmulo de metais pesados e sua mobilidade no perfil do solo, assim como a disponibilidade para plantas de milho cultivadas em Latossolo Vermelho distrófico (LVd e Latossolo Vermelho eutroférrico (LVef tratados com doses crescentes de biossólido durante cinco anos. O experimento foi conduzido em Jaboticabal, SP, Brasil, em condições de campo, utilizando-se delineamento de parcelas subdivididas com cinco

  18. Sistemas consorciados de aveia preta e ervilhaca comum como cobertura de solo e seus efeitos na cultura do milho em sucessão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. G. Bortolini

    2000-12-01

    Full Text Available Com o aumento do cultivo do milho no sistema plantio direto (SPD, várias espécies vegetais de inverno estão sendo avaliadas, visando à obtenção de uma cobertura de solo que beneficie o milho cultivado em sucessão e o SPD. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de três densidades de semeadura de aveia preta e ervilhaca comum em sistemas consorciados e em cultivos isolados e de três níveis de adubação nitrogenada (zero, 60 e 160 kg ha-1 aplicados em cobertura sobre a cultura do milho em sucessão. O experimento foi realizado em campo na Estação Experimental Agronômica da UFRGS em Eldorado do Sul (RS, no ano agrícola 1998/99. O rendimento total de matéria seca da cobertura de solo foi similar entre os sistemas consorciados de aveia e ervilhaca e os cultivos isolados. O aumento da dose de N aplicada no milho e o incremento da proporção de sementes de ervilhaca no consórcio da cobertura de solo elevaram a quantidade de N acumulado por planta de milho. Na produtividade de grãos de milho, percebeu-se interação de doses de N aplicadas e sistemas de cobertura de solo. Sem aplicação de N, houve aumento de 321 kg ha-1 na produtividade de grãos, para cada 10% de substituição de aveia por ervilhaca nos sistemas de consórcio. Com 60 kg ha-1 de N, a resposta foi quadrática; com 160 kg ha-1, não houve efeito das coberturas de solo no inverno sobre a produtividade de grãos. A produtividade de grãos de milho cultivado em sucessão à aveia em cultivo isolado ou em consórcio com ervilhaca aumentou linearmente com o aumento da dose da adubação nitrogenada; em sucessão à ervilhaca em cultivo isolado, não houve resposta do milho à adubação nitrogenada.

  19. Leucócitos totais em cães com gastroenterite hemorrágica tratados por autohemoterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rallyson Ramon Fernando Barbosa Lopes

    2017-05-01

    Full Text Available A gastroenterite hemorrágica (GEH é comum em cães jovens com sinais clínicos característicos como vômitos e diarreia. Entre as principais causas desse tipo de enfermidade estão as viroses como parvovirose e cinomose. O tratamento de GEH geralmente é sintomático com índice de recuperação em torno de 70%. A autohemoterapia é uma técnica em que se utiliza a administração de sangue autólogo por via intramuscular, a fim de estimular o sistema imunológico. Com o objetivo de avaliar a resposta leucocitária em cães acometidos de GEH e tratados com auto-hemoterapia foram utilizados 23 cães, divididos em dois grupos. No primeiro grupo (11 animais, foi realizada esta técnica em associação com o tratamento sintomático. No segundo grupo (12 animais, foi feito apenas o tratamento sintomático. Os animais foram avaliados por meio de hemograma e taxa de sobrevivência. Concluiu-se que a auto-hemoterapia não influenciou na recuperação dos animais. No entanto, produziu intensa leucocitose, efeito que pode ser investigado com maior amostragem de animais e em situações diversas.

  20. Sorção do imazapyr em solos com diferentes texturas Imazapyr sorption in soils with different textures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.E. Firmino

    2008-06-01

    Full Text Available O conhecimento do comportamento de herbicidas no ambiente, sobretudo no solo, permite a predição de possíveis impactos do seu uso em sistemas agrícolas. Com o intuito de avaliar a sorção do herbicida imazapyr no solo, foi realizado um experimento, utilizando sorgo (Sorghum bicolor como planta bioindicadora. A sorção do imazapyr foi avaliada em areia lavada e em três solos, com as seguintes texturas: muito argilosa, franco-argilo-arenosa e areia-franca, provenientes, respectivamente, das cidades de Sete Lagoas, João Pinheiro e Rio Casca, em Minas Gerais. Foram determinados: o valor de I50 (dose que inibiu 50% no acúmulo de massa seca da planta-teste e a relação de sorção [RS = (I50 solo -I 50 areia/I50 areia]. Os valores de I50 observados foram: 29,41; 10,20 e 7,33 mg kg-1, e a relação de sorção (RS: 9,77; 2,73 e 1,68, respectivamente para os solos muito argiloso, franco-argilo-arenoso e areia franca. O herbicida imazapyr apresentou a seguinte ordem de sorção nos substratos: muito argiloso > franco-argilo-arenoso > areia-franca > areia lavada. Em solos arenosos e com baixos teores de matéria orgânica, a baixa sorção do imazapyr predispõe o produto à lixiviação no perfil do solo, podendo contaminar mananciais de águas subterrâneas.Knowledge about herbicide behavior in the environment, especially in soil, allows predicting possible impacts caused by its use in agricultural systems. An experiment using Sorghum bicolor as a bio-indicator was carried out to evaluate imazapyr sorption in soil. Sorption was evaluated in washed sand and in soils of 3 different textures: very clayed, sandy clayed loam and sandy loam, respectively from Sete Lagoas, João Pinheiro and Rio Casca - Minas Gerais. The value of I50, which inhibits 50% of dry biomass accumulation of the test-plant, and sorption relation (SR = I50 soil - I50 sand/I50 sand were determined. I50 values observed were 29.41, 10.20 and 7.33 mg kg-1 and SR values were 9

  1. Caracterização micropedológica de solos reabilitados após exploração de bauxita em Porto Trombetas (PA)

    OpenAIRE

    Ruivo, M. L. P.; Schaefer, C. E. G. R.; Barros, N. F.; Albuquerque, M. A.; Ribeiro, L. M.

    2002-01-01

    Foi realizado um estudo micromorfológico em solos alterados após a exploração de bauxita, em sítios recuperados entre 1981 e 1987, em comparação ao Latossolo Amarelo inalterado (LA), como referência, para subsidiar indicadores de recuperação dos solos. O estudo foi desenvolvido no Platô Saracá, na mina de bauxita de Porto Trombetas, município de Oriximiná, no estado do Pará. Técnicas micromorfológicas e uso de microssonda de EDS, microscopia ótica e eletrônica de varredura foram avaliadas em ...

  2. Anatomia radicular de milho em solo compactado Anatomy of maize roots in compacted soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Cristian Bergamin

    2010-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a relação entre a estrutura anatômica das raízes de milho e os atributos físicos de solo submetido a diferentes graus de compactação. O estudo foi realizado em campo, no Município de Dourados, MS, em Latossolo Vermelho distroférrico, textura muito argilosa. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com cinco repetições. O solo utilizado apresentava histórico de oito anos com plantio direto. A compactação adicional do solo foi realizada por meio de tráfego com trator, com uma (PDc1, duas (PDc2, quatro (PDc4 e seis passadas (PDc6 sucessivas, sobre toda a área da parcela. Houve aumento na razão entre o córtex e o cilindro vascular da raiz com o aumento na compactação do solo. Essa razão correlacionou-se negativamente com a macroporosidade e positivamente com a densidade do solo e com a resistência do solo à penetração. O grau de compactação afeta a anatomia radicular do milho, e a resistência do solo à penetração é o indicador físico que melhor expressa esse efeito.The objective of this work was to evaluate the relationship between maize root anatomy and physical attributes of soil subjected to levels of compaction. The experiment was carried out in field conditions, in Dourados, Mato Grosso do Sul state, Brazil, in a clayed Latossolo Vermelho (Rhodic Acrustox. A randomized complete block design was used, with five replicates. The soil was cultivated for eight years under no-tillage. The additional compaction of the soil was done by tractor traffic in one (PDc1, two (PDc2, four (PDc4 and six successive passes (PDc6, in the entire area of the experimental plots. Ratio between the cortex and vascular cylinder of the root increased with soil compaction. This ratio was negatively correlated to macroporosity, and positively to soil density and soil penetration resistance. Soil compaction level affects the anatomy of maize roots, and its penetration resistance is the best

  3. Lixiviação e inativação do metribuzin em dois tipos de solos Leaching and inactivation of metribuzin in two soil types

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Ferreira da Silva

    1981-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a lixiviação e a inativação do herbicida metribuzin (4-amino-6-tertbutil-3-(metiltio-as-triazina-5-(4Hona em materiais de um solo franco-argiloso e de outro solo franco-argilo-arenoso de duas regiões de Minas Gerais, um em laboratório e outro em casa de vegetação. O solo franco-argiloso era um Latossolo Roxo, com 2,8% de matéria orgãnica e o solo franco-argilo-arenoso era um Podzólico Vermelho-Amarelo; fase terraço, em 2,17% de matéria orgânica. Em laboratório estudou-se a lixiviação do metribuzin em colunas de 5, 10 e 15 cm de altura, com 7,5 cm de diâmetro, enchidas com materiais dos solos franco-argiloso e do solo franco-argiloarenoso. Usou-se o ensaio biológico de discos de cotilédones de melancia para detectar o metribuzin no lixiviado. Em casa de vegetação, estudou-se a inativação do metribuzin com materiais dos mesmos solos utilizados para o estudo de lixiviação. Para este ensaio foram utilizadas as doses de 0, 50, 80, 110, 140, 170 e 200g do i.a./ha do produto, e em areia lavada, as doses foram de 0, 4, 6, 8, 10, 12 e 16 g do i.a./ha do metribuzin, usando o pepino como planta teste, que foi cortado rente ao solo e pesado aos 14 dias após o plantio. Informações adicionais são necessárias para explicar porque o solo franco -argiloso inativa mais o metribuzin que o solo franco-argilo-arenoso.Laboratory and greenhouse experiments were made to evaluate the leaching and the inactivation of the metribuzin in clay loam and sand clay loam soils. The clay loam soil was a dark, red latosol with 2,8% organic matter and the sand clay loam soil was a reddish-yellow podzol with 2,17% organic matter. Leaching of metribuzin was studied in the laboratory in colums of 5, 10 and 15 cm high, 7.5 cm diameter, filled with soil. Watermelon cotiledon discs were used to measure the metribuzin leached. The inactivation of metribuzin was estudied in a greenhouse using doses of 0, 50, 80, 110, 140, 170 and 200

  4. Aplicação de duas isotermas de adsorção de boro em solos de baixada do estado do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. S. Valladares

    1998-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar a aplicabilidade das equações de adsorção de Langmuir e de Freundlich para boro em solos de baixada do Estado do Rio de Janeiro (Glei Pouco Húmico e Cambissolo distrófico, desenvolveram-se ensaios de laboratório, em 1997, em quatro amostras de solo, sendo duas de superfície e duas subsuperficiais. Para isso, as amostras foram equilibradas em soluções de CaCl2 0,01 mol L-1, contendo as seguintes concentrações de boro: 0,0, 1,0, 2,0, 4,0 e 8,0 mg L-1. De posse dos dados, foram construídas isotermas de adsorção e verificados os ajustes das curvas obtidas, em relação aos dados experimentais. Observou-se que as isotermas mediante as equações de Langmuir e de Freundlich se adequaram bem para a adsorção de boro nos solos estudados.

  5. Formas extraíveis de ferro em solos do estado do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. G. Pereira

    1999-06-01

    Full Text Available No estado do Rio de Janeiro, destacam-se três feições geomorfológicas: as formações constituídas por rochas do Complexo Cristalino, expostas ou capeadas por seus produtos de alteração; os tabuleiros costeiros, compostos pelos sedimentos da Formação Barreiras, e, por último, as planícies aluvionares, que são formações quaternárias. As diferenças entre os materiais de origem e as classes de relevo e sua influência na formação dos solos têm constituído o tema principal dos estudos de genêse realizados no Rio de Janeiro. Este trabalho teve como objetivo avaliar o comportamento das formas extraíveis de ferro, Feo, Fed e Fes, e as relações entre elas em função do grau de pedogênese dos solos. Para estes solos, as formas de ferro e relações Fed/Fes e Feo/Fed expressaram variações na mineralogia do material de origem, grau de intemperismo dos solos e do material formador, ou classe de drenagem, mais do que a intensidade de pedogênese. Assim, as formas extraíveis de Fe e respectivas relações para avaliar o grau de pedogênese, nos solos do Rio de Janeiro, requerem uma interpretação conjunta das demais propriedades do solo, com ênfase para a morfologia e classes de drenagem.

  6. Lixiviação e persistência de ametryn em solos da região canavieira do nordeste brasileiro

    OpenAIRE

    Silva, Kaliane de Souza

    2016-01-01

    O uso de herbicidas sem os conhecimentos básicos de suas interações com o solo e clima representa alto risco de contaminação ambiental e redução da biodiversidade. Para evitar esses problemas é fundamental compreender a dinâmica do herbicida no solo. Dois experimentos foram conduzidos, visando avaliar a dinâmica do ametryn em cinco solos da região canavieira do Nordeste brasileiro: Neossolo Quartzarênico; Argissolo; Espodossolo; Latossolo e Cambissolo. O primeiro experimento...

  7. Sistematização participativa de cursos de capacitação em solos para professores da educação básica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Oliveira Cirino

    2015-06-01

    Full Text Available O Programa de Educação em Solos e Meio Ambiente, do Departamento de Solos da Universidade Federal de Viçosa oferece, desde 2004, cursos anuais de capacitação em solos para professores da Educação Básica. Após três anos consecutivos, já era possível observar os impactos da abordagem em algumas escolas de Viçosa-MG. Para analisar e refletir criticamente a influência dos cursos na prática pedagógica dos participantes desenvolveu-se pesquisa em processo de sistematização participativa, durante encontros presenciais com os participantes dos cursos de 2004, 2005 e 2006. Os resultados são apresentados neste artigo e mostram que tantoos conteúdos como os métodos desenvolvidos nos três cursos foram efetivamente apropriados pelos educadores, que valorizaram e ressignificaram o conteúdo de solos. Isso lhes deu mais segurança em sua abordagem, enriquecendo as aulas e diversificando-as com o uso de diferentes abordagens metodológicas, possibilitando inclusive a superação do livro didático como único apoio conceitual e metodológico às suas aulas.

  8. Variações nos teores de carbono orgânico em função do desmatamento e revegetação natural do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidinei Leandro Klöckner Stürmer

    2011-06-01

    Full Text Available A flutuação no conteúdo de matéria orgânica do solo é severamente afetada pelo uso e manejo do solo. Em solos física e quimicamente frágeis a destruição da vegetação nativa pode levar a diminuição drástica do estoque de carbono. No entanto, solos jovens que apresentam alta resiliência, quando manejados adequadamente, podem recuperar facilmente os valores originais de carbono. O objetivo deste trabalho foi quantificar os teores de carbono orgânico de um Neossolo e um Chernossolo em decorrência de seu uso, em especial após o desmatamento e revegetação natural. Coletaram-se amostras de duas camadas (0-5 e 5-15 cm em dois solos (Neossolo e Chernossolo ocorrentes numa pequena bacia hidrográfica com relevo fortemente ondulado, com quatro condições de uso (mata nativa, lavoura nova, lavoura velha e revegetação com capoeira. Avaliaram-se a distribuição granulométrica, a densidade do solo e os teores de carbono orgânico. Os dados foram submetidos à análise estatística considerando um delineamento inteiramente casualizado, num esquema trifatorial (tipos de solos, tipos de usos e camadas amostradas. O estoque de carbono do solo diminuiu após o desmatamento para a inastalação de culturas anuais com baixa adição de resíduos e revolvimento intenso do solo. A revegetação natural das áreas degradadas pelo cultivo convencional recuperou rapidamente o estoque de carbono dos solos, mesmo permanecendo as impressões herdadas da erosão (menor teor de argila e da aplicação de fertilizantes e corretivos (menor acidez potencial e maior disponibilidade de fósforo e potássio.

  9. Qualidade física e química do solo em áreas de exploração florestal no Mato Grossso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice Aparecida Iarema

    2011-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o impacto provocado nos solos sob pátios de estocagem de madeira, bem como a influência do formato dos pátios sobre o processo de degradação nesses locais, foram selecionados cinco pátios em uma área de exploração de madeira, onde predominava solo do tipo Latossolo Vermelho-Amarelo, localizada no Município de Nova Maringá, MT. Foram escolhidos quatro pátios de formato quadrado e um de formato retangular. Em cada pátio, estabeleceram-se três transectos, que adentraram a mata nativa, sendo feitas coletas de solo na profundidade de 0 a 20 cm, em cinco pontos de cada transecto. Essas amostras foram utilizadas para a determinação de textura, argila dispersa em água, umidade na capacidade de campo, estabilidade e distribuição de agregados, análises químicas de rotina, C-total, N-total e C mineralizável. Para a determinação da densidade do solo e densidade de partículas, as amostras foram retiradas nas profundidades de 0 a 5 cm e 15 a 20 cm do transecto central. Os resultados foram submetidos a testes de média (Tukey, P<0,05. Testes de resistência à penetração em cinco pontos de cada pátio e três pontos na mata adjacente foram realizados na época da seca e na época chuvosa. Os resultados mostraram que houve forte degradação nas propriedades dos solos sob pátios de estocagem, observando-se expressivo aumento na densidade do solo e resistência à penetração, bem como diminuição da porosidade total, do DMP dos agregados e dos teores de nutrientes. A utilização de pátios com diferentes formas não minimizou os impactos ambientais.

  10. Mineralização do carbono orgânico em solos tratados com lodo de curtume Mineralization of the organic carbon in soils treated with tannery sludges

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Martin Martines

    2006-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a mineralização do carbono orgânico do lodo de curtume, aplicado em solos com diferentes classes texturais, de modo a caracterizar a cinética do processo de mineralização e auxiliar na elaboração de normas técnicas sobre o uso agrícola desse material. Foram conduzidos experimentos de incubação por 105 dias, em laboratório, utilizando-se três solos: Nitossolo Vermelho eutroférrico típico (NVef, Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico típico (LVAd e Neossolo Quartzarênico órtico típico (RQo. O lodo de curtume utilizado nos experimentos foi composto de uma mistura, na proporção de 1:1, do lodo do caleiro e do lodo primário da estação de tratamento de efluentes, resultante da precipitação dos efluentes gerados no processo, com exceção dos efluentes que contêm cromo. As doses aplicadas (base seca no NVef e LVAd foram equivalentes a 0, 6, 12, 24 e 36 Mg ha-1 e a 0, 3, 6, 12 e 24 Mg ha-1 no RQo. Não se observa prejuízo à atividade microbiana dos solos, avaliada por meio da respiração basal, e a mineralização do carbono adicionado por meio do lodo de curtume é intensa nos primeiros 15 a 20 dias de incubação.The objective of this work was to evaluate the mineralization of the organic carbon derived from the tannery sludge applied in increasing doses on soils with different textures, to evaluate the decomposition kinetics, as well as to learn about the impact of this residue on the soil microbial community. This knowledge will be helpful for the establishment of technical rules about the agricultural use of the tannery sludges. Incubation experiments were carried out in the laboratory for 105 days, using three soils: a Kandiudalfic Eutrudox (NVef, a Typic Hapludox (LVAd and a Typic Quartzipsamment (RQo. Tannery sludge used in these experiments was composed of a mixture of liming sludge and the primary sludge from the wastewater treatment station, in the proportion 1:1, with the

  11. Reação de genótipos de soja ao alumínio em hidroponia e no solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Souza Luiz Augusto Copati

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os genótipos de soja BR86-5974, BR86-7396, Dourados, Doko RC, EMGOPA 305, IAC-9, BR-9 (Savana, UFV-1, UFV-9 e UFV Araguaia em relação à tolerância ao alumínio (Al em hidroponia e em solo. Na solução com Al foi medido o comprimento radicular. Em solo com 49% de saturação de Al avaliou-se área foliar, altura de planta, altura de inserção da primeira vagem, produção de matéria seca, produção de grãos e índice de colheita. Os genótipos BR86-7396 e IAC-9 são os de maior tolerância ao Al, e UFV-1 mostrou o pior desempenho. Houve correlação significativa entre alongamento radicular e produção de grãos (r = 0,705, área foliar (r = 0,645 e produção de matéria seca (r = 0,634. Isto indica que experimentos em hidroponia e solo são igualmente eficientes na seleção de soja tolerante ao alumínio. A variabilidade detectada sugere que o conjunto de genótipos de soja possui ampla variabilidade genética, o que é desejável em programas de melhoramento com o objetivo de elevar estabilidade de produção no Cerrado.

  12. COMPORTAMENTO DE HERBICIDA EM SOLO DE VÁRZEA COM DRENAGEM SUBTERRÂNEA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CRUCIANI D.E.

    1996-01-01

    Full Text Available O conhecimento do comportamento de herbicidas é fundamental na avaliação de sua eficácia na agricultura e na compreensão do impacto ambiental causado por estes produtos químicos. A drenagem do solo pode influir no comportamento do herbicida pois pode atuar como fator modificador de sua mobilidade, transporte, arraste superficial e infiltração no solo e consequentemente, da contaminação de águas subterrâneas. A presente pesquisa teve por objetivo verificar o efeito de um sistema de drenagem subterrâneo sobre o arraste lateral, lixiviação e contaminação do lençol freático pelo herbicida trifluralina aplicado em pré-emergência na cultura do milho. Os resultados obtidos das avaliações efetuadas na superfície do solo, na profundidade de 0 - 15 cm e na água de drenagem permitiram concluir, principalmente, que a drenagem subterrânea funciona como redutor da lixiviação superficial do herbicida, diminuindo assim os riscos de contaminação ambiental.

  13. Metais pesados, densidade e atividade microbiana em solo contaminado por rejeitos de indústria de zinco

    OpenAIRE

    Dias-Júnior,H. E.; Moreira,F. M. S.; Siqueira,J. O.; Silva,R.

    1998-01-01

    As atividades relacionadas com mineração e indústria metalúrgica são responsáveis pela poluição de extensas áreas de solo em todo o mundo, sendo seus efeitos ainda pouco conhecidos nas condições brasileiras. No presente trabalho, os teores totais e solúveis em água de metais pesados, a densidade e a atividade microbiana foram avaliados em 1996, em sete locais de uma área de deposição de rejeitos da industrialização de zinco, em elevado estádio de degradação, e num local fora da área contamina...

  14. Variabilidade espacial de atributos de solo e de Crotalaria juncea L. em área severamente erodida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. A. C. Salviano

    1998-03-01

    Full Text Available O trabalho foi desenvolvido numa área de produção comercial de cana-de-açúcar, situada no município de Piracicaba (SP, numa associação de Podzólico Vermelho-Amarelo + solo litólico, no período de novembro de 1994 a março de 1995. Essa área vem sendo explorada com cana-de-açúcar há, aproximadamente, 30 anos e apresentava diversos sulcos de erosão. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a variabilidade espacial de atributos de crotalária juncea (Crotalaria juncea L. e de solo em uma área sob condições de erosão severa. A área foi arada e gradeada com incorporação de 4 t ha-1 de calcário, antes da semeadura a lanço de 30 kg ha-1 de semente de crotalária juncea. Uma parcela de 50 x 70 m foi amostrada de acordo com uma malha de 5 por 5 m, totalizando 140 pontos. Foram avaliados atributos químicos do solo superficial (0,00-0,20 m e subsuperficial (0,20-0,40 m, sua granulometria e a espessura de solo remanescente (ES - definida como a camada do solo acima do horizonte C, além da produtividade de matéria seca (MS e altura da crotalária juncea (ALTPL. Os valores de atributos maiores ou menores que quatro desvios-padrões da média foram descartados. A colheita da parte aérea da crotalária foi realizada no início de sua floração, em miniparcelas de 2 x 2,5 m, e calculada a matéria seca. A dependência espacial dos atributos estudados foi avaliada por semivariogramas escalonados. Esses apresentaram dependência espacial, com exceção do P (0,00-0,20 m e K nas duas camadas. Os atributos puderam ser agrupados em três categorias homogêneas quanto ao alcance do semivariograma: atributos químicos do solo (12 a 32 m < componentes de planta (25 a 32 m < frações granulométricas (32 a 42 m. Os atributos que melhor explicaram a produtividade da crotalária juncea foram H + Al, valor T e saturação por bases.

  15. RELAÇÃO ENTRE DENSIDADE DO SOLO E CONTEÚDO DE ÁGUA EM REPETIDOS CICLOS DE CONTRAÇÃO E EXPANSÃO EM UM LATOSSOLO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Ivonir Gubiani

    2015-02-01

    Full Text Available A compactação do solo é uma consequência indesejável do uso agrícola do solo, sobretudo em sistemas de cultivo com mínimo revolvimento do solo, como é o caso do plantio direto (PD. Contudo, a compactação que o tráfego de máquinas causa no solo sob PD não inviabiliza a produção das culturas, indicando que mecanismos intrínsecos a ele promovem reversão da compactação. Neste estudo, avaliou-se a influência de ciclos de contração e expansão sobre a densidade do solo (ρ de um Latossolo Vermelho argiloso (0,57 kg kg-1 de argila e 0,12 kg kg-1 de areia e a mudança temporal da ρ no campo. Amostras de solo foram compactadas no laboratório até atingirem ρ de 1464 kg m-3 e submetidas a cinco ciclos de contração (secagem ao ar e expansão (saturação. Durante a contração, foi monitorado o conteúdo gravimétrico de água e a ρ. A ρ foi medida também no campo, nos anos de 2010, 2011 e 2013. O decréscimo do conteúdo de água nas amostras provocou aumento da ρ conforme uma função sigmoide com duas assíntotas, e o aumento da ρ foi expressivo em conteúdos de água menores que o do ponto de murcha permanente (1,5 MPa. Embora tenha havido aumento da ρ durante a contração, os sucessivos eventos de contração e expansão reduziram gradativamente a ρ de 1713 para 1570 kg m-3 (final da contração, e de 1464 para 1385 kg m-3 (próximo à saturação. Em solo compactado no campo também foi verificado a variação decrescente de ρ (de 1406 para 1327 kg m-3 a uma taxa de -26 kg m-3 ano-1. Concluiu-se que a diminuição do grau de compactação no campo está ligada em grande parte ao mesmo mecanismo que diminuiu o grau de compactação das amostras no laboratório. Assim, no solo usado neste estudo, a contração e expansão conseguiram reverter grande parte da compactação que o tráfego de máquinas causa nele.

  16. Distribuição espacial e lixiviação natural de sais em solos do Perímetro Irrigado Califórnia, em Sergipe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo S. Resende

    Full Text Available RESUMO Em regiões áridas e semiáridas do planeta, a elevada demanda evaporativa e as características pedogenéticas dos solos, associadas a deficiências no sistema de drenagem de alguns perímetros irrigados, contribuem para um elevado potencial de salinização desses solos. Assim, constituíram objetivos deste estudo determinar o grau de salinização na área irrigada e avaliar o processo de acumulação de sais no período seco e o potencial de lixiviação destes pela água das chuvas no Perímetro Irrigado Califórnia, em Sergipe. Medidas da condutividade elétrica do extrato de saturação do solo (CEes, em dS m-1 a 25 ºC, foram efetuadas no início e final do período chuvoso dos anos de 2008 e 2009. A densidade amostral foi igualmente distribuída em toda área do Perímetro. Os dados foram submetidos à análise geoestatística e gerados mapas da distribuição espacial da CEes por meio do programa ArcGis®. Os valores médios da CEes obtidos revelaram que, apesar da prática de agricultura irrigada intensiva por longo período, o processo de acumulação de sais não foi significativo, tanto na camada superficial (0-0,20 m quanto em subsuperfície (0,20-0,40 m. Os valores médios da CEes em superfície variaram de 0,47 a 1,10 dS m-1, ficando abaixo de valores da salinidade limiar para a maioria das culturas anuais e perenes.

  17. Uso de metodologia participativa na obtenção de indicadores da qualidade do solo em Mossoró-RN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Eduardo Vieira de Arruda

    2013-03-01

    Full Text Available A metodologia participativa possibilita ao produtor rural de baixa renda a obtenção rápida e de forma confiável dos indicadores de qualidade do solo, auxiliando manter a sustentabilidade do agroecossistema. O presente trabalho tem por objetivo geral analisar a qualidade de solos preservados e degradados em Mossoró-RN utilizando metodologia participativa de baixo custo e fácil execução. Para tal, foram analisadas áreas degradas e preservadas do Parque Zoobotânico e Assentamento Mulunguzinho em Mossoró-RN. Foram escavadas trincheiras de 0,50 m x 0,50 m x 0,50 m de forma a visualizar a profundidade do horizonte A do solo de áreas degradas e preservadas. Um grupo com seis avaliadores aplicou a metodologia participativa com os seguintes indicadores: estrutura, compactação, erosão, microrganismos, matéria orgânica, organismos, retenção de água, cobertura e profundidade do horizonte A. Os indicadores foram obtidos da média de três repetições nas áreas degradas e preservadas, sendo posteriormente expressos em tabelas e gráficos tipo “teia”. De acordo com os resultados obtidos conclui-se que a metodologia participativa para avaliação da qualidade do solo é uma ferramenta de baixo custo e fácil aplicação que possibilita o fortalecimento do conhecimento do produtor rural e permite a troca de conhecimentos entre pesquisadores e agricultores; nas áreas degradadas avaliadas tanto do Parque Zoobotânico quanto no Assentamento Mulunguzinho os indicadores que mais penalizaram a média geral dos indicadores foram compactação e estrutura, indicando a necessidade de incorporação de matéria orgânica para atingir os limites aceitáveis de sustentabilidade em agroecossistemas; e os indicadores das áreas preservadas foram sempre superiores aos das áreas degradadas em maior presença de matéria orgânica que propicia melhoria da estrutura, compactação, biologia (macro e microrganismos e retenção de água no solo. Normal

  18. Infiltração de água no solo em um latossolo vermelho da região sudoeste dos cerrados com diferentes sistemas de uso e manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Antonio Maior Bono

    2012-12-01

    Full Text Available Na região do Cerrado, as atividades agrícolas têm provocado impactos negativos, principalmente, na qualidade do solo e da água. Tanto em sistemas de exploração agrícola ou de pecuária, com diferentes manejos, a degradação física do solo é uma das consequências da redução da produtividade. O objetivo deste trabalho foi verificar a infiltração de água no solo sob influência de diferentes sistemas de manejo em um Latossolo Vermelho distrófico na região dos Cerrados. Os tratamentos foram os seguintes sistemas de manejo: a solo sob vegetação nativa; b solo com implantação de lavoura de soja durante um ano, seguido de três anos de pastagens; c solo com implantação de lavoura de soja durante quatro anos, seguidos por quatro anos de pastagem; d solo com lavoura de soja contínua em sistema de plantio direto; e e solo com pastagem continuamente. Foram avaliadas, no período de 1995 a 2002, a velocidade de infiltração básica (VIB e a infiltração de água acumulada no solo, utilizando o método de duplos anéis concêntricos. Os usos do solo com sistema de lavoura contínua, pecuária contínua e integração lavoura-pecuária tiveram a velocidade de infiltração básica e infiltração acumulada reduzidas em relação ao solo com vegetação nativa na região do Cerrado. Entre os sistemas estudados, o sistema de integração lavoura-pecuária foi o que apresentou valores mais próximos aos do solo sob vegetação nativa.

  19. Influência das frações de areia na retenção e disponibilidade de água em solos das formações Caiuá e Paranavaí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonez Fidalski

    2013-06-01

    Full Text Available Tem sido verificado que a adoção das técnicas de uso e manejo para solos derivados do arenito Caiuá no noroeste do Paraná nem sempre corresponde às expectativas de produção das culturas. Nessa região ocorrem duas Formações desse arenito: a Caiuá e a Paranavaí, com diferenças na granulometria dos solos. A hipótese é de que os solos da Formação Caiuá tenham menor retenção e disponibilidade de água para a produção agrícola, em razão da maior proporção da fração de areia grossa do que solos da Formação Paranavaí. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a retenção e disponibilidade de água do solo em integração lavoura-pecuária e cultivado com abacaxi em solos do arenito das Formações Caiuá e Paranavaí, no noroeste do Paraná. Em 2010, foram realizadas duas amostragens de solo em quatro áreas agrícolas comerciais de integração lavoura-pecuária e produção de abacaxi, que apresentaram textura arenosa na camada de 0-40 cm; nessas havia evidências de que, mesmo com a utilização das melhores técnicas agronômicas de manejo de solo, as produtividades de soja, pastagem e de abacaxi eram muito baixas nos solos da Formação Caiuá. Coletas de amostras de solo deformadas e indeformadas nas camadas de 0-10, 11-20 e 21-40 cm foram realizadas para caracterizar a granulometria (argila, silte, areia fina e areia grossa, o carbono orgânico e a retenção de água no solo. Os solos da Formação Caiuá têm granulometria mais grosseira, poros de maior diâmetro e menor disponibilidade de água do que os da Paranavaí. Os riscos de deficiência hídrica são maiores em solos da Formação Caiuá do que os da Paranavaí.

  20. ESTRUTURA DO SOLO SOB FEIJÃO IRRIGADO E DIFERENTES MANEJO DO SOLO

    OpenAIRE

    Lorena Adriana de Gennaro; Zigomar Menezes de Souza; Laura Fernanda Simões da Silva; Miguel Cooper; Milton César Costa Campos

    2015-01-01

    O manejo agrícola influencia a estrutura do solo, modificando os atributos físicos e o comportamento hídrico do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da semeadura direta (SD) e do preparo convencional (PC) sobre a estrutura do solo, por meio de atributos físicos e da distribuição dos poros, utilizando imagens digitais 2-D. O estudo foi realizado em um Latossolo Vermelho distroférrico com delineamento de blocos casualizados. A densidade do so...

  1. Determinação do ponto de carga zero em solos Determination of the zero point of charge in soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo van Raij

    1973-01-01

    Full Text Available São apresentados os fundamentos e dois métodos de determinação do ponto de carga zero (PCZ em solos. Por um dos métodos o PCZ foi determinado como sendo o pH do ponto de cruzamento de curvas de titulação dos solos em soluções de NaCl 1; 0.1; 0 01; c 0,001N. Pelo outro método o PCZ foi determinado por extrapolação ou interpolação da carga líquida dos solos, determinada por retenção de íons em soluções de NaCl 0,2N, CaCl2 0,01N e MgSO4 0,01N, ao valor de pH em que a carga líquida era nula.The zero point of charge (ZPC of soils was determined by the crossing point of acid-base potenciometric titration curves in different concentrations of NaCl. Alternatively, the ZPC was found by extrapolating or interpolating the net electric charge of soils, determined by direct adsorption of ions from solution of NaCl, CaCl2 and MgSO4, to the pH of charge zero.

  2. GERAÇÃO DE DRENAGEM ÁCIDA E DE CONTAMINAÇÃO POR METAIS PESADOS EM PERFIS DE SOLOS CONSTRUÍDOS EM ÁREA DE MINERAÇÃO DE CARVÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dioni Glei Bonini Bitencourt

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Os solos construídos após a extração de carvão a céu aberto são compostos do solo superficial e, ou, do estéril de mineração. As propriedades químicas desses solos diferem das propriedades dos solos naturais, principalmente em razão do processo de sulfurização. O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de acidificação da pirita e de contaminação com metais pesados ao longo de perfis de solos construídos após mineração de carvão, em áreas de diferentes idades, com e sem recuperação ambiental concomitante com a lavra. Foram selecionadas áreas mineradas denominadas de I e II, sem recuperação ambiental durante a lavra e compostas somente pelo estéril de mineração, representando as áreas mais antigas, e IV e VII, contendo topsoil e em alguns locais na camada de argila, constituindo as áreas mais jovens deste estudo. Foram coletadas amostras deformadas até 2 m de profundidade. Analisaram-se granulometria, densidade de partículas, pH em água, Ca, Mg, Al, K, Na, P, H+Al, potencial de acidificação, potencial de neutralização, potencial líquido, teor de C orgânico e condutividade elétrica no extrato da pasta saturada. Também foram extraídos os metais potencialmente biodisponíveis pela metodologia USEPA 3050B, cujos resultados foram comparados com os valores orientadores de prevenção e investigação para solos. Na análise univariada, foi aplicada a estatística descritiva e o teste de aderência de Kolmogorov-Smirnov. O grau de dispersão de cada variável foi avaliado qualitativamente e classificado como: baixo, moderado ou alto. A análise multivariada de componentes principais foi realizada para os solos construídos das áreas I, II, IV e VII; posteriormente, foram construídos biplots dos primeiros componentes principais. Os solos construídos das áreas mais antigas evidenciaram menores pHs e significativo potencial de acidificação. As camadas superficiais detopsoil, dos solos das

  3. Características químicas de solo e rendimento de massa seca de milho em função do método de aplicação de fosfatos, em dois níveis de acidez

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P. R. Ernani

    2001-12-01

    Full Text Available Apesar da baixa mobilidade do P no solo, os fertilizantes fosfatados estão sendo aplicados sobre a superfície, em alguns sistemas de cultivo. Pouco se conhece sobre a eficiência dessa forma de aplicação, a qual pode ser influenciada pela característica dos fosfatos e pelo pH do solo. Este trabalho objetivou avaliar o efeito do método de aplicação (superficial ou incorporado de alguns fertilizantes fosfatados (diamônio fosfato - DAP, superfosfato triplo e fosfato natural ARAD, em dois valores de pH (com e sem calcário, em algumas características químicas do solo e no rendimento de massa seca de milho. Cultivou-se milho durante 21 dias, em câmara de crescimento, em unidades experimentais com 3,0 kg de solo (base seca. Na ausência de calcário (pH 4,7, a aplicação dos fosfatos na superfície do solo proporcionou maiores rendimentos de massa seca e maior absorção de P pelo milho do que a incorporação dos fosfatos, sendo o DAP o fertilizante mais eficiente. Na presença de calcário (pH 5,7, não houve diferença entre os métodos de aplicação, e os maiores rendimentos foram obtidos com as fontes solúveis. A aplicação dos fosfatos na superfície do solo aumentou a concentração de P até 3 cm de profundidade. Na ausência de déficit hídrico, o milho foi eficiente em absorver o P aplicado sobre a superfície do solo a partir de fontes solúveis em água, mesmo tendo havido baixa mobilidade vertical do nutriente.

  4. Sorção-dessorção do fungicida clorotalonil em solos com diferentes teores de matéria orgânica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. B. Regitano

    2002-03-01

    Full Text Available A cinética e a sorção de pesticidas em solos permitem predizer a velocidade com que esta reação atinge o equilíbrio e investigar os possíveis mecanismos envolvidos durante a reação. Portanto, esses processos são fundamentais para que se possa compreender o destino dos pesticidas no solo. Este trabalho teve por objetivo estudar a sorção e a cinética do fungicida clorotalonil em cinco solos com diferentes teores de matéria orgânica do estado de São Paulo: Neossolo Quartzarênico órtico (RQo, Latossolo Vermelho distroférrico (LVdf-1 e LVdf-2, Latossolo Vermelho perférrico (LVj e Gleissolo (G. Nestes estudos, foi utilizado traçador radioativo, ou seja, 14C-clorotalonil, e a radioatividade foi detectada por espectrometria de cintilação líquida. Os ensaios foram realizados em sala climatizada (25±2ºC, em ambiente escuro. O ensaio de cinética constou de oito períodos de equilíbrio: 0; 0,5; 1,0; 2,0; 4,0; 8,0; 12,0 e 24,0h; sendo que nas amostras que atingiram equilíbrio (24h foram realizados os testes de dessorção, em quatro etapas subseqüentes. Nos estudos de isotermas de sorção, as concentrações de clorotalonil empregadas situaram-se entre 0,05 e 0,76µgmL-1. O modelo matemático de Elovich foi ajustado aos resultados do estudo de cinética e o modelo de Freundlich foi ajustado aos resultados do estudo de isoterma de sorção. Observou-se elevada sorção de clorotalonil nos solos estudados, exceto no solo arenoso com baixo teor de matéria orgânica (RQo. A sorção do clorotalonil relacionou-se positivamente com a matéria orgânica do solo. A cinética de sorção desse fungicida envolveu duas fases, uma imediata, de maior relevância quantitativa, e outra mais lenta. Esses resultados mostram que uma pequena fração do clorotalonil aplicado ao solo estaria disponível para ser lixiviado ao lençol freático, mas atenção especial é necessária quando ele é aplicado em solos arenosos com baixo teor de mat

  5. Fungos micorrízicos arbusculares em solos de área de mineração de bauxita em reabilitação

    OpenAIRE

    Melloni, Rogério; Siqueira, José Oswaldo; Moreira, Fátima Maria de Souza

    2003-01-01

    Apesar de a mineração de bauxita causar grandes alterações nas características do solo, com efeitos negativos nas micorrizas arbusculares, os efeitos da reabilitação de áreas mineradas sobre os fungos micorrízicos arbusculares (MA) e sua simbiose são pouco conhecidos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ocorrência, diversidade e eficiência dos fungos MA, em áreas de mineração de bauxita, com diferentes tipos de vegetação e idades de reabilitação. Amostras de solo da rizosfera foram coleta...

  6. Metais pesados, densidade e atividade microbiana em solo contaminado por rejeitos de indústria de zinco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H. E. Dias-Júnior

    1998-12-01

    Full Text Available As atividades relacionadas com mineração e indústria metalúrgica são responsáveis pela poluição de extensas áreas de solo em todo o mundo, sendo seus efeitos ainda pouco conhecidos nas condições brasileiras. No presente trabalho, os teores totais e solúveis em água de metais pesados, a densidade e a atividade microbiana foram avaliados em 1996, em sete locais de uma área de deposição de rejeitos da industrialização de zinco, em elevado estádio de degradação, e num local fora da área contaminada, considerado como referência, no estado de Minas Gerais. Todos os locais contaminados apresentaram elevados teores de metais pesados totais e solúveis em água, atingindo, respectivamente, os seguintes valores máximos, em mg kg-1: 11.969 e 726 de Zn; 109 e 18 de Cd; 1.016 e 0 de Pb e 887 e 8 de Cu. Todas as características biológicas avaliadas foram afetadas pelos elevados teores de metais com exceção do número de amonificadores. O C-biomassa apresentou redução acima de 80% em quatro locais contaminados em relação ao local fora da área contaminada. A respiração basal do solo foi maior no local contaminado coberto com Andropogon sp. e menor nos sítios sem vegetação. O número de actinomicetos e de fungos cultiváveis foi menos afetado pela contaminação que o número total de bactérias. Azospirillum spp. foram detectados apenas no local de referência. Oxidantes de amônio foram verificados em somente dois locais que continham vegetação, enquanto os oxidantes de nitrito foram detectados na maioria dos locais amostrados. Verificou-se a tendência de maior densidade e atividade microbiana nos locais contaminados e com algum tipo de vegetação. A concentração total e solúvel de Zn, de Cd e de Cu correlacionou-se fracamente com as características biológicas, exceto para o qCO2, o qual se mostrou promissor como indicador da contaminação com esses metais. Os dados indicaram uma interação qu

  7. Barreira capilar construída com resíduo pré-tratado mecânica e biologicamente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo Luis dos Santos Izzo

    2013-12-01

    Full Text Available O controle da entrada de água de chuva no interior do aterro de resíduos sólidos urbanos durante sua construção e após seu fechamento é crucial para manter o controle da geração de lixiviado. Este fator pode contribuir para a elevação de gastos com tratamento e monitoramento e para a instabilidade mecânica do aterro. Por esta razão, o sistema de cobertura final de um aterro de resíduos sólidos urbanos é decisivo ao controle da entrada de água no mesmo. Na maioria dos casos, o sistema de cobertura final é composto por solo compactado. Frequentemente, um solo adequado para a cobertura não é encontrado nos arredores do aterro; portanto, recursos têm que ser despendidos para o transporte do mesmo até o devido local. Uma alternativa seria a utilização de uma barreira capilar construída com resíduos pré-tratados mecânica e biologicamente. No entanto, o uso deste material para esta construção ainda não foi bem estudado, e as diversas variáveis envolvidas no funcionamento de uma barreira capilar construída com resíduos sólidos pré-tratados mecânica e biologicamente são desconhecidas. O objetivo deste trabalho foi analisar os parâmetros envolvidos no funcionamento de uma barreira capilar construída exclusivamente de resíduos sólidos urbanos pré-tratados mecânica e biologicamente. Observou-se que este utilizado como material de uma barreira capilar pode funcionar de maneira equivalente àquela construída com solo, sendo boa a sua capacidade de retenção da água de chuva.

  8. Integrando SIG e USLE para mapeamento da perda de solo em área de proteção ambiental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Jorge Corrêa Magalhães Filho

    2014-04-01

    Full Text Available O uso de geotecnologias no planejamento ambiental tem sido instrumento amplamente utilizado. Nesse estudo utilizou-se de um Sistema de Informações Geográficas (SIG e da Linguagem Espacial para Geoprocessamento Algébrico (LEGAL para o processamento da Equação Universal de Perda de Solos (USLE, para avaliação dos processos erosivos em área de proteção ambiental. Embora a USLE tenha o objetivo quantitativo de estimar a perda anual média de solo por erosão hídrica, o trabalho utilizou-se de dados para mapeamento das áreas vulneráveis ao processo erosivo. O uso integrado de SIG com a USLE facilita o planejamento e a tomada de decisões na proposição de medidas adequadas no plano de manejo para promover a conservação da água e do solo em unidades de conservação ambiental.

  9. Banco de sementes do solo de uma Floresta Estacional Semidecidual, em Viçosa, Minas Gerais.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juvenal Pinheiro Batista Neto

    2010-08-01

    Full Text Available Avaliou-se quantitativa e qualitativamente a florística do banco de sementes do solo de um fragmento de Floresta Estacional Semidecidual Montana, no município de Viçosa, MG. No final da estação chuvosa (março/2004, foram coletadas duas amostras de solo de 20 x 15 cm, com 5 cm de profundidade, no centro de seis subparcelas contíguas de 10 x 20 m, em dez parcelas permanentes de 20 x 60 m, em dez locais, totalizando 120 amostras (3,6 m2. As amostras de solo foram colocadas em estruturas de sombreamento de 11,5 % e 60 %, e as sementes germinadas foram identificadas em graminóides, herbáceo-cipós, arbustivas e arbóreas. Foram registradas 3.416 sementes germinadas, sendo 30,2 % graminóides, 29,2 % herbáceo-cipós, 17,5 % arbustivas e 23,1 % arbóreas, estas duas últimas distribuídas em 17 famílias, 25 gêneros e 31 espécies. Melastomataceae, Cecropiaceae e Piperaceae contribuíram com 31,8 %, 10,0 % e 8,8 % do total de espécies, respectivamente, sendo que Miconia cinnamomifolia e Leandra purpurascens foram responsáveis por 59,3 % das sementes arbustivo-arbóreas germinadas. As pioneiras se destacaram com 61,3 % das espécies e 88,5 % das sementes germinadas. Não foram registradas espécies secundárias tardias. A densidade média de sementes germinadas para todos os hábitos e locais foi de 949 sementes/m2. O número de espécies e de sementes germinadas do grupo arbustivo-arbóreo diferiu significativamente pelo teste Kruskal-Wallis (P ≤ 0,05 entre os locais estudados. Esses resultados indicam que, no banco de sementes do solo, há predomínio de espécies pioneiras que são importantes para a sucessão em clareiras ou após o corte da floresta. Porém, esse estoque de sementes não é suficiente para a continuidade do processo de sucessão, que inclui o estabelecimento de maior proporção de espécies secundárias iniciais e tardias. Isso indica que há necessidade de um manejo adequado do banco de pl

  10. Influência da queima controlada no pH do solo em povoamentos de Pinus spp, na região de Sacramento, MG.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Gomes Neto

    2009-09-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 O objetivo do presente trabalho foi estudar a influência da queima na variação do pH em solo com povoamento de Pinus caribaea Morolet var. hondurensis e Pinus oocarpa Schiedler. A pesquisa desenvolveu-se na região de Sacramento, Minas Gerais, em latossolo vermelho-amarelo, fase argilosa. Foram selecionados 2 talhões (250 x 600 m para cada espécie, demarcados por aceiros e queimados em dois períodos, às 10 e 16 horas, segundo a técnica de queima contra o vento. As áreas experimentais foram divididas em 8 parcelas, por espécie, em um delineamento completamente ao acaso. A coleta dos dados foi feita antes, imediatamente após, 7 meses e 14 meses após a queima em perfis de solo de 0-50 cm, abertos na interseção entre linhas e filas das árvores. Foram coletadas amostras da serrapilheira e de solo a várias profundidades. Verificou-se que após a queima, o pH em cloreto de potássio teve uma ligeira elevação, estabilizando-se até o final do período, em ambas as espécies estudadas. Para o pH em água, houve também uma ligeira elevação após a queima no Pinus oocarpa e um aumento significativo no final do período, para ambas espécies estudadas.

  11. AVALIAÇÃO DAS PERDAS DE NITRATO EM SOLO IRRIGADO À DIFERENTES QUANTIDADES DE RADIAÇÃO SOLAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Sarolli Silva

    1999-04-01

    Full Text Available RESUMO Estudou-se o efeito da irrigação e da incidência diferenciada da radiação solar em uma bacia hidrográfica experimental, sobre um Latossolo Roxo distrófico, enriquecido com efluente de biodigestor anaeróbio, fonte de matéria orgânica, com o objetivo de acompanhar as perdas de nitrato causadas tanto pela lixiviação como pela diferentes microclimas no solo. Analisando-se os resultados obtidos, observou-se que a irrigação efetuada no período de 21 dias provocou uma grande perda de nitrato em todas as rampas estudadas. Com relação ao efeito da quantidade diferenciada de radiação solar incidente sobre a superfície do substrato (solo + efluente observou-se que esta causou variações nos valores de temperatura e umidade do solo, a ponto de definir diferentes ambientes e provocar perdas de nitrato mais acentuadas nas rampas com exposição norte.

  12. Adsorção e lixiviação de tebuthiuron em três tipos de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. Dornelas De Souza

    2001-12-01

    Full Text Available Estudou-se a adsorção do herbicida tebuthiuron em três solos de Ribeirão Preto (SP: Latossolo Vermelho distrófico (LVd, Latossolo Vermelho distroférrico (LVdf e Neossolo Quartzarênico (RQ. Ajustaram-se isotermas de adsorção por meio de quatro modelos: linear, Freundlich, Lambert e Langmuir, para duas profundidades: 0-10 cm e 10-20 cm. Nos três tipos de solo, o melhor ajuste foi obtido com o modelo de Freundlich, escolhido com base nos seguintes critérios estatísticos: quadrado do coeficiente de correlação entre valores observados e preditos (R², quadrado médio do erro (QME, dispersão de resíduos padronizados e gráficos de probabilidade normal. Os coeficientes de partição do herbicida calculados com base em todo o solo (Kd ou com base no seu teor de carbono orgânico (K OC ou de matéria orgânica (K OM variaram de 0,723 a 2,573; de 135,4 a 374,3 e de 78,4 a 218,3 L kg-1, respectivamente, tendo ocorrido correlação significativa entre os valores de Kd e teor de carbono orgânico dos solos e teor de argila. Efetuou-se um teste de lixiviação em colunas, no qual se observou movimento do herbicida até à profundidade de 60 cm no RQ, 20 cm no LVd e 10 cm no LVdf, verificando-se uma relação inversa entre a profundidade alcançada pelo produto e o valor de Kf de Freundlich utilizado como estimador de Kd.

  13. Durabilidade de solos estabilizados quimicamente com vistas á aplicação em estradas florestais Durability of chemically stabilized soils for forest road applications

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Cardoso Machado

    2006-12-01

    Full Text Available Este artigo é direcionado à caracterização do parâmetro durabilidade de dois solos típicos da microrregião de Viçosa, Minas Gerais, para fins de aplicação em estradas florestais, considerando-se, para tanto, as seguintes condições: (a solos estabilizados com o resíduo industrial "grits"; (b solos melhorados com cal ou cimento; e (c solos estabilizados com grits e melhorados com cal ou cimento, a partir de resultados de ensaios de durabilidade por molhagem e secagem. Trabalhou-se com um solo residual maduro (solo 1 e um solo residual jovem de gnaisse (solo 2 da Zona da Mata Norte de Minas Gerais, Brasil. O programa de ensaios de laboratório envolveu: (a teor de grits: 24% calculado em relação ao peso de solo seco; (b teor de cal ou cimento: 10 e 20%, calculados em relação ao peso de grits seco; (c energias de compactação: referentes aos ensaios Proctor normal e modificado; e (d período de cura: sete dias em câmara úmida. Os resultados do programa de ensaios indicaram que: (a as misturas solo-cal, solo-cimento, solo-grits-cal e solo-grits-cimento, em ambas as energias empregadas, resistiram a todos os ciclos do ensaio de durabilidade por molhagem e secagem; (b a mistura solo 1 + grits + cal apresentou o melhor resultado, quando compactada na energia modificada, com perdas da ordem de 7%; com relação ao solo 2, o melhor resultado foi obtido quando se trabalhou com grits mais cimento, na energia modificada, com perdas da ordem de 9%; e (c sob o aspecto durabilidade, as misturas solo-grits só apresentam potencial para emprego como material de construção rodoviária quando melhoradas com cal ou cimento.This paper addresses the assessment of the durability properties of mixtures of two soils using laboratory wetting and drying durability tests for forest road applications, as follows: (a soils stabilization with the industrial waste grits; (b soil improvement using lime or cement; (c soil stabilization using grits, and soil

  14. VARIAÇÃO DA UMIDADE SUPERFICIAL DO SOLO EM PARCELAS EXPERIMENTAIS COM USO DE GEOTÊXTEIS BIODEGRADÁVEIS, UBERLÂNDIA – MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Fernando Rodrigues Bezerra

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo desse trabalho foi analisar a eficiência dos geotêxteis confeccionados artesanalmente com a fibra de buriti, na manutenção da umidade superficial do solo de uma área degradada, em parcelas experimentais na Fazenda Experimental do Glória, município de Uberlândia - MG. O monitoramento foi realizado entre 18/11/2005 e 30/03/2006. Foram construídas duas parcelas com 10 m2 cada (1m x 10m, uma com solo exposto (SE e outra com geotêxteis e gramíneas (GE, com 12º de declividade, sendo utilizados 40 geotêxteis. Uma fotocomparação das características da superfície das parcelas no período monitorado foi obtida a partir de 17 fotografias do mesmo ponto, com posterior classificação supervisionada. A determinação da umidade superficial em seis diferentes pontos longitudinais ao longo das duas parcelas foi realizada com o auxílio do medidor de umidade de campo marca Theta Probe. Para melhor compreensão da dinâmica da umidade superficial nas duas parcelas, o monitoramento desse parâmetro foi dividido em três etapas: 1. Geotêxteis; 2. Geotêxteis e Gramíneas; e 3. Gramíneas. Em relação aos resultados obtidos, verificou-se a diferença entre os dados de umidade superficial nas parcelas com solo exposto e solo com geotêxteis, sendo que essa diferença foi mais elevada na segunda etapa (geotêxteis e gramíneas chegando a 4,9% de volume, enquanto que na primeira etapa (geotêxteis a diferença está em torno de 4,3%. A terceira etapa (gramíneas obteve o valor médio de 3,5%, o menor valor de variação durante o monitoramento. A densidade da cobertura de gramíneas pode ter influenciado nesse resultado, uma vez que ocupou toda a superfície do solo, exigindo maior intensidade das chuvas para alcançar a superfície do solo na parcela, onde foram medidos os dados. Entretanto, a média total dos dados, demonstrou que na parcela com os geotêxteis, a umidade (15,5% foi superior a do solo exposto (11,1%.

  15. Comparação de soluções extratoras de ferro e manganês em solos da Amazônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigues Maria do Rosário Lobato

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi comparar soluções extratoras (Mehlich 1, Mehlich 3, DTPA-TEA de ferro e manganês em solos representativos da Região Amazônica. Foram determinadas as correlações desses micronutrientes nos solos com os teores e conteúdos na matéria seca da parte aérea de plantas de arroz de três cultivos sucessivos. Aplicou-se a técnica do diagnóstico por subtração, em delineamento em blocos casualizados com parcelas subdivididas. Foram utilizados os solos Podzol, Podzólico Amarelo, Podzólico Vermelho-Amarelo, Latossolo Amarelo, Latossolo Húmico e Aluvial, sob oito tratamentos: controle, completo e com omissão de um dos micronutrientes B, Cu, Fe, Mn, Mo e Zn. Osmicronutrientes e a calagem foram aplicados somente antes do primeiro cultivo. A primeira colheita foi realizada aos 58 dias, a segunda aos 68 e a terceira aos 70 dias após a emergência das plântulas. A solução extratora Mehlich 3 apresentou a maior correlação com o teor de micronutrientes na planta. O melhor coeficiente de determinação foi observado entre as soluções Mehlich 1 e Mehlich 3 quanto aos teores de Fe extraídos dos solos Podzol, Aluvial e Podzólico Vermelho-Amarelo. Com relação ao Mn trocável, os três extratores mostraram-se eficientes na determinação do elemento nos diferentes solos, apresentando coeficientes de determinação significativos entre si.

  16. Mobilidade e persistência de herbicidas aplicados em pré-emergência em diferentes solos Mobility and persistence of herbicides applied in pre-emergence on different soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A. Monquero

    2008-06-01

    Full Text Available O objetivo deste ensaio foi verificar a mobilidade e persistência de herbicidas aplicados em pré-emergência em diferentes solos e quantidades de palha de cana-de-açúcar. Os herbicidas ametryn + clomazone (1.500 + 1.000 g i.a. ha-1, isoxaflutole (187,5 g i.a. ha-1 e diuron + hexazinone (1.170 + 330 g i.a. ha-1 foram aplicados em solo com textura argilosa e média nas seguintes condições: aplicação sobre 10 e 15 t ha-1 de palha com posterior simulação de chuva; simulação de chuva sobre o solo seguida da aplicação dos herbicidas, sendo coberto posteriormente com palha seca (10 t ha-1; aplicação dos herbicidas no solo sem palha; e testemunha. Aos 10, 20, 40 e 60 dias após aplicação dos herbicidas (DAA, foram semeados como bioindicadores sorgo e pepino, que foram avaliados com relação à fitotoxicidade aos 21 dias após emergência. A mistura ametryn + clomazone aplicada diretamente no solo controlou o bioindicador até 40 DAA, entretanto, após esse período, o efeito residual foi menor. A palha de cana-de-açúcar afetou negativamente o desempenho deste produto. O herbicida isoxaflutole aplicado diretamente no solo apresentou efeito residual até 60 DAA, com 82,5 e 77,5% de controle do bioindicador, em solos com textura argilosa e média, respectivamente; a presença de 10 e 15 t ha-1 de palha não alterou sua eficácia até 20 DAA. Para diuron + hexazinone aplicados no solo sem a presença de palha, verificou-se persistência até 60 DAA, principalmente em solo com textura argilosa; a deposição de 15 t ha-1 de palha reduziu a eficácia desta mistura.The objective of this work was to verify the mobility and persistence of herbicides applied in pre-emergence on different soils and amounts of sugarcane straw. The herbicides ametryn + clomazone (1,500 + 1,000 g i.a. ha-1, isoxaflutole (187,5 g.i.a. ha-1 and diuron + hexazinone (1,170 + 330 g i.a. ha-1 were applied in soil with clayey and medium texture under the following

  17. RHIZOSPHERE ACTIVITY OF SOIL TREATED WITH HERBICIDE DURING REMEDIATION PROCESS BY Stizolobium aterrimum ATIVIDADE RIZOSFÉRICA DE SOLO TRATADO COM HERBICIDA DURANTE PROCESSO DE REMEDIAÇÃO POR Stizolobium aterrimum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Barbosa dos Santos

    2009-12-01

    ="pt-BR" align="JUSTIFY">Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a atividade da microbiota associada à rizosfera de <em>Stizolobium aterrimumem>, durante processo de fitorremediação de solo contaminado com o herbicida trifloxysulfuron-sodium. Em vasos com capacidade para seis litros, após aplicação ou não de 7,5 g ha-1 do herbicida trifloxysulfuron-sodium, cultivou-se a espécie vegetal <em>S. aterrimumem>. Após a semeadura, procedeu-se à coleta de solo rizosférico, quinzenalmente, para determinação da respiração da microbiota do solo (quantidade de CO2 evoluído e carbono da biomassa microbiana (CBM. Para determinação do resíduo do herbicida nas amostras de solo, após a remediação, cultivou-se sorgo (<em>Sorghum bicolorem> L., como espécie bioindicadora, além de ser efetuada análise por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE. Observou-se que a microbiota associada à rizosfera de <em>S. aterrimumem> é sensível ao trifloxysulfuron-sodium, constituindo-se indicador microbiológico de distúrbios causados por este herbicida no ambiente. Quanto ao tempo para remediação, constatou-se que 45 dias de desenvolvimento é tempo suficiente para que <em>S. aterrimumem> promova a diminuição do resíduo de trifloxysulfuron-sodium a um nível incapaz de causar toxicidade à planta indicadora.

    PALAVRAS-CHAVE: Indicador microbiológico; fitorremediação; biomassa microbiana.

  18. Caracterização e distribuição das formas do nitrogênio orgânico em três solos da Amazônia Central Characterization and distribution of organic forms of nitrogen in three soils of Central Amazônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. S. Alfaia

    2006-01-01

    Full Text Available As formas orgânicas do nitrogênio em solos são determinadas mediante a identificação e quantificação dos compostos orgânicos liberados, quando os solos são tratados com ácido a alta temperatura. Ainda não se conhecem na literatura trabalhos sobre a natureza química do N orgânico nos solos da Amazônia. O presente trabalho teve como objetivos identificar e quantificar a transformação do nitrogênio proveniente de fertilizantes marcados com 15N nas frações orgânicas nitrogenadas de três solos da Amazônia Central: dois solos de terra firme, classificados como Latossolo Amarelo e Podzólico Vermelho Amarelo e um solo de várzea, classificado como Glei Pouco Húmico. Foram utilizadas amostras de solos de um ensaio de adubação desenvolvido em condições de casa de vegetação, onde, após cultivo, procedeu-se o fracionamento do N orgânico do solo por meio da hidrólise ácida. Foram determinadas as seguintes frações: N-solúvel em ácido e destilado (NSAD, N-solúvel em ácido e não destilado (NSAnD e N-não hidrolisado (NnH. Nos solos de terra firme, o N orgânico foi encontrado principalmente na forma de N solúvel em ácido e não destilado (NSAnD. Entre 63 a 66% (Latossolo e 69 a 73% (podzólico do 15N imobilizado no solo foram encontrados na fração NSAnD. Esses resultados demonstram a importância da imobilização microbiana do N nesses solos. No solo de várzea, ao contrário, houve pouca diferença entre os teores de 15N do fertilizante imobilizado nas frações NSAnD e NSAD. Entre 46 e 53% do total de 15N imobilizado foram encontrados na fração NSAnD, enquanto que 42 a 52% ficaram na fração NSAD. Nesse solo, a presença de argila tipo 2:1 pode ter contribuído para o alto estoque de 15N orgânico incorporado na fração NSAD, devido à fixação de íons NH4+.The organic N forms in soil are determined by identification and quantification of organic compounds released by acid hydrolysis. There are no available

  19. Valores de referência local e avaliação da contaminação por zinco em solos adjacentes a áreas mineradas no município de Vazante-MG

    OpenAIRE

    Borges Júnior,Meubles; Mello,Jaime Wilson Vargas de; Schaefer,Carlos Ernesto G. R.; Dussin,Tânia Mara; Abrahão,Walter Antônio Pereira

    2008-01-01

    A contaminação dos solos por metais pesados é um problema atual que requer abordagem adequada, tendo em vista as necessidades da sociedade moderna. Em áreas de mineração, a avaliação da contaminação de solos constitui ferramenta importante para o gerenciamento de áreas degradadas. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de estabelecer valores de referência local (VRL) para Zn em solos adjacentes a áreas mineradas no município de Vazante-MG, tendo em vista avaliar a contaminação ambienta...

  20. Limitações nutricionais para a cultura do arroz irrigado em solo orgânico da região Norte Fluminense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W.E. de B. Andrade

    1997-09-01

    Full Text Available As limitações nutricionais de um solo orgânico para a cultura do arroz irrigado por inundação, cv. Inca, foram identificadas em casa de vegetação em Lavras (MG de dezembro/94 a junho/95. Coletou-se o material do solo utilizado na região Norte Fluminense, constituindo os tratamentos de testemunha (solo natural, completo (N, P, K, calcário, S, B, Co, Cu, Mo e Zn, e completo menos um nutriente de cada vez. Os resultados permitem concluir que a omissão de N e K reduziu a produção de matéria seca pela parte aérea do arroz, quando colhida na maturação dos grãos, em 28 e 24%, respectivamente, em relação ao completo. Não se observou decréscimo na matéria seca (maturação, quando houve omissão de fósforo, calcário, enxofre e micronutrientes da adubação. Na ausência de N, K e Zn, o acúmulo desses nutrientes na parte aérea das plantas de arroz foi inferior ao do tratamento completo.

  1. Sorção e dessorção de tiametoxam e atrazina em solo sob diferentes sistemas de manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thayne D. Schmidt

    2015-06-01

    Full Text Available RESUMO A sorção e dessorção de agrotóxicos no solo são fatores importantes que contribuem para o processo de retenção, bem como seu destino ambiental e biodisponibilidade. Objetivou-se avaliar a sorção e a dessorção do tiametoxam e atrazina em um Latossolo Vermelho distroférrico típico submetido a diferentes sistemas de manejo em um experimento de longa duração. Os sistemas de manejo do solo avaliados foram convencional, integração lavoura pecuária e plantio direto. Para tal, utilizou-se o método da batelada além de amostras de solo coletadas nas profundidades de 0-10 e 10-30 cm. Observou-se baixa retenção de ambos os agrotóxicos no solo para os sistemas de manejo. Para sorção, considerando ambas as profundidades e todos os sistemas, os valores dos coeficientes de Freundlich variaram de 0,87 a 4,30 L kg-1 para o tiametoxam e de 0,98 a 3,55 L kg-1 para a atrazina. Os expoentes de Freundlich variaram de 0,53 a 1,70 para ambos os compostos considerando-se todas as profundidades e sistemas. Os coeficientes de dessorção foram, em sua maioria, superiores aos de sorção sugerindo a ocorrência do fenômeno de histerese.

  2. Liberação de potássio em latossolos tratados com resíduos orgânicos

    OpenAIRE

    Oliveira, Waldete Souza Japiassu de

    2014-01-01

    A taxa de liberação de K varia de um resíduo orgânico para outro e se mostra dependente do grau de humificação, da composição química e do teor e das formas de K no material estudado. Este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar o potencial e a dinâmica de liberação de potássio de diferentes resíduos e adubos orgânicos incubados em amostras de areia e de latossolos. O experimento foi conduzido no Departamento de Ciência do Solo/UFLA, no Laboratório de Estudo da Matéria Orgânica do Solo...

  3. Provas de carga horizontal em estacas escavadas a trado mecânico em solo colapsível da região de Londrina, Estado do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Gonçalves Miguel

    2001-05-01

    Full Text Available No Campo Experimental de Engenharia Geotécnica (CEEG da Universidade Estadual de Londrina (UEL, Estado do Paraná, onde o perfil do subsolo se apresenta com uma camada superficial de solo argiloso, poroso e colapsível, com consistência de mole a média, foram realizadas e analisadas quatro provas de carga horizontal em pares de estacas escavadas a trado mecânico, com a finalidade de se obter o coeficiente de reação horizontal do solo (nh e sua variação quanto ao efeito da colapsibilidade. Os resultados das provas de carga horizontal são apresentados através das curvas carga versus deslocamento horizontal do solo, em duas condições: sem inundação e com pré-inundação por 48 horas. O efeito da colapsibilidade do solo é analisado pela redução da capacidade de carga horizontal, determinada pela comparação entre as cargas de ruptura e de colapso obtidas nessas provas de carga. Os resultados das provas de carga permitiram também determinar as curvas do coeficiente de reação horizontal (nh versus o deslocamento horizontal junto à superfície do terreno (yo, considerando a rigidez à flexão da estaca constante com a fissuração do concreto. Na determinação dos valores médios de (nh, foram considerados os intervalos de (yo de 6 a 12 mm (solo não inundado e de 12 a 18 mm (solo inundado

  4. Fauna do solo em áreas com Eucalyptus spp. e Pinus elliottii, Santa Maria, RS.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Izabel Jacques Soares

    2009-10-01

    Full Text Available Normal 0 21 MicrosoftInternetExplorer4 /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:10.0pt; font-family:"Times New Roman";} Este trabalho, com início na primavera de 1996 e término no inverno de 1997, teve como objetivo realizar o levantamento populacional da fauna do solo em áreas com Eucalyptus spp. e Pinus elliottii, situadas no Campus da Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. Para a coleta do solo, utilizou-se um extrator, formando-se amostras em dez pontos, nas profundidades de 0-5, 5-10, 10-15 e de 15-20 cm, em cada estação do ano. Por meio deste estudo, pôde-se identificar alguns representantes dos Phylum Annelida e Arthropoda que participam do contexto fauna-solo-vegetação. O total de indivíduos, seu respectivo percentual e número de indivíduos por metro quadrado foram obtidos. Observou-se o predomínio do Phylum Arthropoda e, mais especificamente, da classe Insecta na área com Eucalyptus spp. e do Phylum Annelida na área com Pinus elliottii. A variável profundidade originou modelos matemáticos que explicam a distribuição populacional dentre as áreas estudadas. A variável estação do ano não apresentou uma diferença significativa. Não foi possível, portanto, estabelecer um modelo de distribuição populacional.

  5. Degradação de ametrina em areia quartzosa com adição de solo rizosférico de cana-de-açúcar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. A. Costa

    2000-03-01

    Full Text Available Utilizando amostras de Areia Quartzosa esterilizada, não esterilizada e com adição de 10% de solo da rizosfera de cana-de-açúcar cultivada em campo, na presença e na ausência do herbicida ametrina, a biodegradação de 14C-ametrina foi avaliada juntamente com a quantidade de resíduos extraíveis, não-extraíveis e número de microrganismos presentes. A taxa de desprendimento de 14CO2 aumentou em 3,5 vezes, com adição de solo rizosférico de culturas previamente tratadas com o herbicida, em 1,7 vez, com a adição de solo de rizosfera de culturas não tratadas. A presença de metabólitos detectada por cromatografia de camada delgada revela a maior degradação nas amostras que tiveram a adição de solo rizosférico. A microbiota presente na rizosfera ocasionou maior mineralização do herbicida ametrina.

  6. DISPONIBILIDADE DE ENXOFRE EM SOLOS BRASILEIROS: AVALIAÇÃO CONJUNTA DAS ANÁLISES DE SOLOS E PLANTAS EM FUNÇÃO DA PRODUÇÃO DE MATÉRIA SECA E ABSORÇÃO DE ENXOFRE PELO MILHO SULPHUR AVAILABILITY IN BRAZILIAN SOILS: JOINT EVALUATION OF DRY MATTER YIELD AND SULPHUR UPTAKE AS A FUNCTION OF SOIL AND PLANT ANALYSES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Huberto José Kliemann

    2007-09-01

    Full Text Available

    Conduziu-se um experimento em casa de vegetação em amostras superficiais de 12 solos provenientes dos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás (Brasil, com teores de carbono variando entre 0,5 e 3,03%, de enxofre total entre 0,0104 e 0,0319% e de argila entre 8 e 60%. Os solos foram submetidos a dois cultivos sucessivos com milho (<em>Zea> <em>mays> L., com 3 doses de gesso (0, 20 e 40 ppm de S, previamente incubados na presença e ausência de calagem. Fizeram-se análises das amostras de solos antes e após o primeiro cultivo e da parte aérea das plantas dos dois cultivos. Com as análises de solos e plantas, por meio de regressão múltipla, encontraram-se relações estreitas nos seguintes casos: solos arenosos: produção de matéria seca com o teor de S total e da relação N/S na parte aérea do milho e do S-SO4= extraível por fosfato de cálcio; absorção de S pela planta com as mesmas variáveis e mais pH do solo; solos argilosos: produção de matéria seca com o S total e da razão N/S nas plantas e pH, Ca++, Mg++, H+ + Al+++ e carbono dos solos; absorção de enxofre com as razões N/S e P/S nas plantas, S-SO4= extraível por fosfato de cálcio, pH, Ca++, Mg++, H+ + Al+++ e carbono dos solos. Nos solos arenosos, a disponibilidade de enxofre é dependente apenas do enxofre extraível, não sendo afetada pela calagem; nos solos argilosos, é afetada pela calagem (pH e CTC e teores de carbono. Independentemente da textura e do carbono dos solos, a produção de matéria seca e absorção de enxofre apresentam relação inversa com as razões N/S e P/S do tecido foliar do milho.

    PALAVRAS-CHAVE: Enxofre; solo/planta; regressão múltipla; análise conjunta.

    A greenhouse experiment was carried out with surface samples from States

  7. Perdas de solo e água por erosão hídrica após mudança no tipo de uso da terra, em dois métodos de preparo do solo e dois tipos de adubação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Bagatini

    2011-06-01

    Full Text Available A mudança no tipo de uso da terra, se não devidamente planejada e conduzida, poderá resultar em solos com capacidade produtiva diminuída e com propensão à erosão aumentada, o que irá diminuir o rendimento das culturas e prejudicar a conservação do solo e da água. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar a erosão hídrica pluvial do solo em área originalmente de campo nativo, nos seus segundo e terceiro anos de cultivo com culturas anuais em fileira (respectivamente, feijão-miúdo - Vigna unguiculata - e sorgo - Sorghum bicolor, nos métodos de preparo do solo reduzido (escarificação e sem preparo (semeadura direta e nos tipos de adubação mineral (fertilizante NPK e orgânica (cama de aviário, além de uma condição sem adubação (tratamento testemunha. O estudo foi desenvolvido em campo, na EEA/UFRGS, em Eldorado do Sul (RS, nos verões de 2007/2008 e 2008/ 2009. Usou-se chuva simulada e um Argissolo Vermelho distrófico típico com textura franco-arenosa na camada superficial e declividade média de 0,13 m m- 1. Realizaram-se dois testes de erosão em cada ciclo cultural: o primeiro, logo após o preparo do solo e a semeadura das culturas; e o segundo, cerca de 90 dias mais tarde (estádio fenológico de enchimento de legumes, no caso do feijão-miúdo, e de maturação, no do sorgo. As chuvas foram aplicadas com o simulador de braços rotativos, na intensidade planejada de 64 mm h-1 e com duração de 1,5 h cada uma. Os resultados evidenciaram que a mudança no tipo de uso da terra, excluída a condição sem adubação, não ocasionou perdas relevantes de solo e água por erosão hídrica. A mobilização do solo pela escarificação, na maior parte dos casos, favoreceu a infiltração e a retenção superficial da água da chuva e, em decorrência, reduziu a enxurrada, ao mesmo tempo em que satisfatoriamente controlou a erosão. Por sua vez, a ausência de mobilização do solo na semeadura direta, também na maior parte

  8. Avaliação dos bancos de sementes do solo de fragmentos florestais de mata estacional semidecidual clímax e secundária e seu potencial em recuperar áreas degradadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marissol Aparecida Peres

    2009-08-01

    Full Text Available O banco de sementes do solo é constituído por serrapilheira e sementes não germinadas capazes de substituir plantas que possam ter desaparecido da floresta. O objetivo deste estudo foi avaliar o banco de sementes do solo de fragmentos de floresta estacional semidecidual em diferentes estágios de sucessão e o seu potencial em recuperar áreas degradadas. A partir da coleta do banco de sementes do solo em dois fragmentos florestais de Mata Clímax e Secundária foi instalado o experimento com 4 tratamentos (Mata Clímax a pleno sol; Mata Clímax sombreada; Mata Secundária a pleno solo; Mata Secundária sombreada utilizando 4 repetições no delineamento de blocos casualizados. A avaliação consistiu em identificar e quantificar as plântulas emergidas. Observouse que a Mata Secundária apresentou maior diversidade florística e densidade de indivíduos que a Mata Clímax, que o sombreamento mostrou efeito positivo no potencial de germinação do banco de sementes do solo das Matas Clímax e Secundária e que o banco de sementes do solo apresenta potencial em recuperar áreas degradadas.

  9. Relações entre uso do solo, relevo e fertilidade do solo em escala de microbacia Relationships among land use, relief and soil fertility at watershed scale

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio C. dos Santos

    2008-10-01

    Full Text Available A produtividade em sistemas agrícolas de subsistência depende do nível de fertilidade natural do solo. Em condições de relevo forte ondulado, espera-se que a fertilidade do solo se modifique não apenas pelo tipo de uso mas, também, devido à sua posição no relevo. Para avaliar essas modificações, 260 amostras simples de solo (0-20 cm da microbacia Vaca Brava, PB, representando combinações de três usos do solo, cinco posições no relevo e cinco classes texturais, foram analisadas quanto aos teores de P disponível, bases e acidez trocáveis. Ca e Mg compreenderam 75-80% dos cátions trocáveis, K e Na, de 10 a 15%, e H+Al, 10%; o valor de pH médio foi 5,5, enquanto P Mehlich-1 foi, em média, 3,8 mg kg-1 solo. Apesar dos efeitos significativos (p Productivity in subsistence agricultural systems relies on natural soil fertility levels. Under strongly undulated relief conditions, it is expected that soil fertility will be determined not only by land use, but also by the position in the landscape. To study these relationships 260 single soil samples (0-20 cm from the Vaca Brava watershed, Paraiba, representing combinations of three land uses, five positions in the landscape and five textures were analyzed for extractable P, exchangeable bases and soil acidity. Ca and Mg comprised 75-80% of exchangeable cations, K and Na between 10 and 15% and H+Al 10%. The average pH was 5.5, while extractable P (Mehlich-1 averaged 3.8 mg kg-1 soil. Although land use, relief and texture exerted significant effects (p < 0.05 upon certain nutrient concentrations, in a broad sense the watershed appeared relatively uniform. The main effect of land use resulted from the use of animal manure in areas of subsistence agriculture and fodder, which were preferentially located at the base of stopes and low lands positions. Approximately 80% of the samples were low in extractable P, while 70% had medium levels of extractable K. However, when available K was

  10. Riqueza da fauna de formigas (Hymenoptera: Formicidae que habita as camadas superficiais do solo em Seara, Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Rosa da Silva

    2004-01-01

    Full Text Available Apresentamos, pela primeira vez, dados sobre a riqueza que compõem as comunidades de formigas subterrâneas no Sul do Brasil, comparando os resultados com dados sobre a fauna de formigas de serapilheira na mesma região, a partir de um estudo realizado em 9 sítios de Seara, oeste do Estado de Santa Catarina, no domínio da Floresta Tropical Atlântica. Coletamos nas amostras de solo e serapilheira 113 espécies de formigas em 37 gêneros, sendo menos ricas as amostras de solo (71 espécies em 24 gêneros, enquanto que na serapilheira coletamos 81 espécies em 36 gêneros. Esses habitats compartilham 39 espécies. O índice de similaridade de Morisita-Horn indicou baixa sobreposição na composição de espécies entre a fauna de solo e serapilheira. Os valores de similaridade entre os sítios podem ser considerados médios. Uma análise de ordenação (NMDS indicou diferenças na estrutura de comunidades entre as faunas de solo e serapilheira e distribuição espacial agregada da fauna subterrânea. Nossos resultados indicam que existe uma forte complementariedade entre os dois segmentos de fauna. Concluímos que a fauna de formigas subterrâneas é um importante componente da riqueza de espécies de formigas que habita o solo e, que portanto protocolos para levantamentos quantitativos de formigas, devem incluir amostras de solo para uma melhor avaliação da sua diversidade em florestas tropicais.We present here, for the first time, data on species richness and abundance of subterranean ant assemblages in southern Brazil, based on a research on the subterranean ant fauna in 9 sites in Seara, West of Santa Catarina State, in the domain of Tropical Atlantic Forest, comparing our results with those of a leaf litter ant fauna survey conducted in the same region. We collected in both soil and litter samples 113 ant species belonging to 37 genera. Ants were much less species rich in soil samples (71 species in 24 genera, while in leaf litter we

  11. Water erosion under simulated rainfall in different soil management systems during soybean growth Erosão hídrica sob chuva simulada em diferentes sistemas de manejo do solo durante o crescimento da soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Luis Engel

    2007-01-01

    Full Text Available Soil management influences soil cover by crop residues and plant canopy, affecting water erosion. The objective of this research was to quantify water and soil losses by water erosion under different soil tillage systems applied on a typical aluminic Hapludox soil, in an experiment carried out from April 2003 to May 2004, in the Santa Catarina highland region, Lages, southern Brazil. Simulated rainfall was applied during five soybean cropstages, at the constant intensity of 64.0 mm h-1. Treatments were replicated twice and consisted of: i conventional tillage on bare soil - control treatment (CTBS, ii conventional tillage on cultivated soil (CTCS, iii no-tillage on non tilled soil with burned crop residue (NTRB, iv no-tillage in non tilled soil with crop residue desiccated (NTRD, and v no-tillage on four-years interrupted soil tillage with crop residue desiccated - "traditional no tillage" (NTRT. Regardless of soybean cropstages, water losses were the highest for the CTCS than for the untilled soils, while soil losses were considerably higher in the CTCS treatment only until cropstage 3, in cultivated soil treatments. The NTRT was most effective treatment in terms of both water and soil loss reduction. Water infiltration should also be considered, when considering the soil erosion process caused by rainfall and its associated runoff, due to the management systems usually adopted in cultivated fields.O manejo do solo influencia a cobertura superficial pelo resíduo cultural e, juntamente com a cobertura do solo pela copa das plantas, afeta a erosao hídrica. O objetivo do estudo foi quantificar as perdas de água e solo por erosão hídrica em diferentes sistemas de manejo do solo, em diferentes estádios do cultivo da soja, em um experimento conduzido de abril de 2003 a maio de 2004, na região do Planalto Catarinense, em um Nitossolo Háplico alumínico. Chuvas simuladas foram aplicadas em cinco estádios do cultivo da soja, com intensidade

  12. Eefeito das propriedades físicas e químicas do solo em algumas propriedades da madeira de teca (Tectona grandis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Róger Moya

    2010-12-01

    Full Text Available Estudou-se o efeito das propriedades físicas e químicas do solo em algumas propriedades da madeira de Tectona grandis oriundas de plantações entre 7 e 15 anos de idade, localizadas nas regiões Norte e Noroeste da Costa Rica, as quais apresentam dois tipos de clima (tropical seco e tropical úmido e com grande variedade de fertilidade de solo. As análises do solo consistiram no estudo de suas propriedades físicas (porcentagem de argila, limo e areia, densidade aparente, porcentagem de retenção de água e de água útil, retenção 15 Bar e 0,33 Bar e propriedades químicas (pH, acidez e conteúdo de Ca, Mg, K, P, Zn, Cu, Fe e Mn. As contrações tangenciais e radiais foram as propriedades da madeira mais correlacionadas com as características do solo, seguidas da porcentagem de cerne, medula e casca e teor de umidade na condição verde. A propriedade de menor correlação foi a densidade básica, enquanto a contração volumétrica não foi correlacionada com nenhuma propriedade do solo. Os coeficientes de correlação foram altamente significativos (a = 0,05, embora baixos valores (<0,67 foram encontrados, provavelmente influenciados pela ampla variedade das condições de clima e de solo amostrados. As propriedades físicas e químicas do solo não apresentaram influência expressiva nas propriedades da madeira de teca. Assim, apesar da grande variedade de solos existente na Costa Rica, a Teca pode ser cultivada comercialmente em todos eles sem que ocorram grandes variações nas propriedades da madeira.

  13. Resposta de culturas e disponibilidade de enxofre em solos com diferentes teores de argila e matéria orgânica submetidos à adubação sulfatada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tales Tiecher

    2012-01-01

    Full Text Available Em solos com baixos teores de argila e matéria orgânica pode haver menor disponibilidade de enxofre (S e, por esse motivo, espera-se que a adubação sulfatada incremente a produção das culturas. O trabalho objetivou avaliar a resposta de culturas e a disponibilidade de S em solos com diferentes teores de argila e matéria orgânica, submetidos à adubação sulfatada. O experimento foi realizado em vasos em casa de vegetação no período de agosto de 2004 até janeiro de 2008. Foram realizados nove cultivos sucessivos de plantas em quatro tipos de solos, submetidos à aplicação de quatro doses de S. Avaliou-se a produção de matéria seca e o acúmulo de S na parte aérea das plantas e o teor do elemento disponível no solo das camadas 0 - 10 e 10 - 20 cm. As plantas do primeiro cultivo de milho e aveia preta aumentaram a produção de matéria seca com a aplicação de S, mas o aumento da produção do milho não teve relação com os teores de S disponível da camada 0 - 10 cm nos solos arenosos. Mesmo com teores de S disponível nessa camada abaixo dos níveis de suficiência, não houve resposta do girassol, feijão, soja e mamona à adubação sulfatada. A quantidade de S acumulada na parte aérea das plantas e o teor de S disponível no solo aumentaram com a aplicação do nutriente. Grande parte do S migrou para a camada de 10 - 20 cm, especialmente nos solos arenosos e, assim, o diagnóstico da sua disponibilidade deve ser realizado nas camadas subsuperficiais do solo.

  14. Funções de pedotransferência para predição da umidade retida a potenciais específicos em solos do estado de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. B. Oliveira

    2002-06-01

    Full Text Available Funções de pedotransferência são equações usadas para estimar características edáficas de difícil determinação a partir de outras mais facilmente obtidas. Apesar do bom número de equações disponíveis para estimativa da umidade retida a potenciais matriciais específicos, elas não devem ser usadas indiscriminadamente, pois, em sua maioria, foram desenvolvidas com solos de clima temperado e a partir de dados gerados por métodos diversos dos em uso nos laboratórios brasileiros. O presente trabalho teve por objetivos: (a elaborar funções de pedotransferência para estimar o conteúdo de água nos potenciais de -33 e -1.500 kPa e a água disponível, a partir de dados granulométricos e de densidade do solo, para solos do estado de Pernambuco e (b comparar a eficiência de predição das equações propostas em relação a equações similares, disponíveis na literatura. No desenvolvimento das equações, foi utilizada uma base de dados composta por 98 perfis de solos e 467 horizontes. Os perfis foram agrupados, de acordo com Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, em 27 classes de terceiro nível categórico (grande grupo. As equações desenvolvidas apresentaram bons coeficientes de determinação e baixo erro de predição. A sistematização dos dados por atividade da fração argila ou grau aproximado de desenvolvimento ou classe textural não produziu melhorias na capacidade preditiva das pedofunções. As equações propostas em outros trabalhos apresentaram elevado erro de predição, o que restringe a sua utilização para solos do estado de Pernambuco.

  15. Recuperação de um solo salinizado após cultivo em ambiente protegido Reclamation of a salinized soil after cultivation in greenhouse

    OpenAIRE

    Flávio F. Blanco; Marcos V. Folegatti

    2001-01-01

    O excesso de fertilizantes e o manejo inadequado da irrigação nos cultivos em ambiente protegido, têm levado à salinização dos solos, o que resulta na redução da produtividade das culturas. O objetivo deste trabalho foi avaliar diferentes lâminas de lavagem e métodos de aplicação na recuperação de um solo salinizado em ambiente protegido. Foram utilizadas três diferentes frações (2/3, 1 e 3/2) da lâmina calculada, aplicadas por gotejamento e inundação, resultando em um esquema fatorial 2 x 3,...

  16. Oogram studies in mice infected with Schistosoma mansoni and treated with dexamethasone Oograma em camundongos infectados com Schistosoma mansoni e tratados com dexametasona

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Victor Hermeto

    1994-04-01

    Full Text Available Mice infected with about 90 cercariae of Schistosoma mansoni (LE strain were treated during five consecutive days with dexamethasone (50 mg/Kg, subcutaneously, starting on the 42th day of infection. Groups of five mice were then daily sacrificed from the first day after onset of treatment until the first day after. The perfusion of the portal system was performed and a piece of the intestine was processed for qualitative and quantitative oograms. This treatment carries to larger numbers of eggs in the tissues of treated mice, when compared with untreated groups. No changes were observed in the kinetics of oviposition, as all stages of viable eggs were observed in the tissues of treated and control mice. These data reinforce the hypothesis of a partial blockade of the egg excretion in immunossupressed mice.Camundongos infectados com cerca de 90 cercárias da cepa LE de Schistosoma mansoni foram tratados durante 5 dias consecutivos com dexametasona (50mg/ Kg, subcutaneamente a partir do 42º dia de infecção. Grupos de cinco camundongos foram sacrificados diariamente após o primeiro dia do início do tratamento até o primeiro dia após o término. A perfusão do sistema porta foi feita e fragmentos do intestino foram processados para a realização de oogramas qualitativos e quantitativos. O tratamento leva a um maior número de ovos nos tecidos dos camundongos tratados, se comparado com os grupos não tratados. Nenhuma mudança foi observada na cinética de oviposição, e ovos viáveis em todos os estádios evolutivos foram observados nos tecidos de camundongos tratados e controles. Estes dados reforçam a hipótese de um bloqueio parcial na saída de ovos dos tecidos do intestino para o lúmem intestinal em camundongos imunossuprimidos.

  17. Métodos de preparo do solo e aplicação de gesso em argissolo vermelho: produtividade de colmos da cana-de-açúcar

    OpenAIRE

    Lima, Ronaldo C. [UNESP; Mello, Luiz M. M. De [UNESP; Yano, Élcio H. [UNESP; Silva, José O. R. Da [UNESP; Cesarin, André L. [UNESP

    2013-01-01

    O trabalho foi conduzido em área de expansão de cana-de-açúcar da Usina Vale do Paraná, no município de Suzanápolis - SP, na região do noroeste paulista. Foi utilizada a variedade de cana RB92-5345, espaçamento de 1,5 m entre linhas, em ARGISSOLO VERMELHO. O trabalho objetivou avaliar a produtividade em cana-planta e 1ª cana-soca e alguns atributos químicos de solo, em função dos métodos de preparo do solo e aplicação ou não de gesso. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao a...

  18. Lixiviação de clomazone + ametryn, diuron + hexazinone e isoxaflutole em dois tipos de solo Ametryn + clomazone, diuron + hexazinone, and isoxaflutole leaching in two types of soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A. Monquero

    2008-01-01

    Full Text Available Objetivou-se neste trabalho avaliar a lixiviação de herbicidas pré-emergentes recomendados para cana-de-açúcar em solos com textura argilosa e média. Os ensaios consistiram na aplicação de ametryn + clomazone (1.500 + 1.000 g ha-1, isoxaflutole (187,5 g ha-1 e diuron + hexazinone (1.170 + 330 g ha-1 no topo das colunas de solo montadas em tubos de PVC. Foram simuladas precipitações pluviais de 10, 20, 40 e 80 mm decorridas 24 h da aplicação dos herbicidas. Os tubos foram desmontados para a semeadura de Sorghum bicolor e de Cucumis sativus, três dias após a simulação. O herbicida ametryn + clomazone em solo com textura argilosa foi detectado aos 20 e 35 cm de profundidade, nas aplicações de 10 e 80 mm de água, respectivamente. Em solo com textura média, observou-se maior efeito deste herbicida em todas as precipitações, em relação ao argiloso. Com a aplicação de 40 e 80 mm de água, o herbicida foi detectado até 35 cm de profundidade em solo com textura argilosa. O herbicida isoxaflutole aplicado em solo argiloso causou albinismo na parte aérea das plantas até 15 e 25 cm de profundidade no solo com chuvas de 10 e 80 mm, respectivamente. Em solo com textura média, as maiores simulações de chuva possibilitaram detectar este herbicida até 30 cm. Com a simulação de 80 mm de chuva, o herbicida diuron + hexazinone foi encontrado aos 30 cm de profundidade em ambos os solos, provocando efeitos tóxicos sobre as plantas bioindicadoras de 25 e 60% em solos argiloso e médio, respectivamente. Concluiu-se que todos os herbicidas avaliados têm tendência a serem lixiviados por influência das precipitações pluviais ou de irrigações artificiais, com efeitos mais pronunciados em solos com textura média e com menor teor de matéria orgânica.The objective of this work was to evaluate the leaching of pre-emerging herbicides recommended for sugarcane in clayey and medium soils. The experiments consisted in spraying ametryn

  19. Sorção de fósforo em função do teor inicial e de sistemas de manejo de solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. S. Rheinheimer

    2003-02-01

    Full Text Available A relação entre o P sorvido/P solução do solo pode ser influenciada pelo teor de P previamente sorvido e pelos sistemas de manejo. Este trabalho teve o objetivo de avaliar as modificações na capacidade de sorção máxima (Pmax e na constante relacionada com a energia de ligação de P com os colóides (k da isoterma de Langmuir, provocadas (a pela inclusão do teor de P previamente sorvido (Ppre e (b por sistemas de manejo de solos. Coletaram-se, em maio de 1997, amostras de solo (Latossolo Vermelho distroférrico típico, Latossolo Vermelho distrófico típico e Argissolo Vermelho distrófico típico, em três camadas (0-2,5, 2,5-7,5 e 7,5-17,5 cm, de três experimentos instalados a partir de 1979, envolvendo os sistemas plantio direto e cultivo convencional com diferentes sucessões de cultura. O solo foi equilibrado com oito concentrações de P em solução de CaCl2 0,001 mol L-1. Após a agitação por 16 h, avaliou-se a concentração de P no sobrenadante. Os dados de P-sorvido e P-solução foram ajustados à equação de Langmuir, obtendo-se a Pmax e a k, considerando ou não o Ppre. A inclusão do Ppre no modelo de Langmuir aumenta, em média, 2,9 vezes o valor da k e não afeta a Pmax, no LVdf, e aumenta em todas as camadas, no LVd, e na camada superficial, no PVd. A Pmax é pouco influenciada pelos métodos de preparo do solo, sucessões de culturas e camadas amostradas.

  20. EVOLUCIÓN DE LA PROPIEDAD INTELECTUAL EN LOS TRATADOS DE LIBRE COMERCIO SUSCRITOS POR CANADÁ.

    OpenAIRE

    Vaccaro, Christian Schmitz

    2015-01-01

    O esforço para integrar-se economicamente se enquadra em uma ampla tendência de globalização, especialmente econômica e comercial, que impera em nosso mundo há algum tempo. Isso leva ao cumprimento de altas exigências para poder competir nos mercados mundiais. O Canadá tem assinado múltiplos tratados de livre comércio com várias nações. Para os fins do presente trabalho, centrar-nos-emos particularmente na relação entre propriedade intelectual e tratados de livre comércio, examinando as dispo...

  1. Atributos Químicos e Bioquímicos em Solos Degradados por Mineração de Estanho e em Fase de Recuperação em Ecossistema Amazônico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Midori Yada

    2015-06-01

    Full Text Available A mineração de cassiterita na mina Serra da Onça, localizada na Floresta Nacional do Jamari, Estado de Rondônia, causou profundas alterações físicas, químicas e biológicas nos solos. Em 1997, a área foi dividida em parcelas e foi dado início a um programa de recuperação, que consistiu na modelagem do terreno, construção de terraços, calagem, fertilização, plantio de leguminosas e plantio de espécies nativas. Em cada ano que se sucedeu, foram instaladas novas parcelas para serem recuperadas, às quais se aplicou o mesmo programa de recuperação, de tal modo que, no momento da amostragem, cada área recebeu uma nota de avaliação de 1 a 7 de acordo com o estádio visual de recuperação. Este trabalho teve por objetivo avaliar os atributos químicos e bioquímicos dos solos das diferentes áreas da mina Serra da Onça. As amostras de solo foram coletadas na camada de 0-20 cm em cada área e em áreas de mata nativa e em vegetação de capoeira localizadas no entorno. Foram avaliados: respiração basal, carbono da biomassa microbiana (CBM, quociente metabólico (qCO2, atividade enzimática (celulase, arilsulfatase, fosfatase ácida e alcalina, desidrogenase e potencial de hidrólise do diacetato de fluoresceína - FDA, concentração de estanho total e nível de fertilidade. Das 12 áreas avaliadas, sete delas estão em estádio avançado de recuperação, quando comparadas com as de mata nativa e de capoeira, por meio de análise multivariada, quanto às características de respiração basal, CBM, qCO2 e atividade enzimática (arilsulfatase, desidrogenase, hidrólise do FDA.

  2. Comparação das reservas glicogênicas em ratos jovens e envelhecidos tratados com picolinato de cromo

    OpenAIRE

    Rodrigues,Marcella Damas; Borin,Sérgio Henrique; Paulino,Patrícia Carla; Arruda,Eder João; Silva,Carlos Alberto da

    2014-01-01

    INTRODUÇÃO: Entre os suplementos utilizados no meio esportivo, o mineral cromo tem se destacado, principalmente por potencializar a ação da via insulínica, ação extremamente importante na manutenção da homeostasia metabólica. A ação do cromo parece ter ação importante como coadjuvante nas dinâmicas da ação insulínica. OBJETIVO: Avaliar o perfil glicogênico, bem como a sensibilidade tecidual à insulina e a pancreática à glicose em ratos jovens e envelhecidos tratados com picolinato de cro...

  3. Efeito residual de sulfentrazone, isoxaflutole e oxyfluorfen em três solos Residual effect of sulfentrazone, isoxaflutole and oxyfluorfen in three soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.A.D Melo

    2010-12-01

    Full Text Available As características físicas e químicas do solo, além das condições climáticas, influenciam o comportamento de herbicidas aplicados em pré-emergência das plantas daninhas. Dessa forma, objetivou-se avaliar o efeito residual de sulfentrazone, isoxaflutole e oxyfluorfen em três solos. O ensaio foi conduzido em ambiente protegido e o delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos, para cada solo, foram dispostos em esquema fatorial 3 x 5, sendo três herbicidas e cinco épocas de semeadura após aplicação dos produtos. Os herbicidas sulfentrazone, oxyfluorfen e isoxaflutole foram aplicados nas doses de 0,5, 0,72 e 0,113 kg ha-1, respectivamente, sobre potes plásticos de 250 mL previamente preenchidos com os dois solos de textura argilosa e um de textura franco-arenosa. Posteriormente, procedeu-se à semeadura da espécie bioindicadora Sorghum bicolor de forma escalonada, aos 0, 15, 30, 45 e 60 dias após a aplicação (DAA. Uma testemunha sem herbicida foi semeada nas diferentes épocas para cada solo e usada como comparação nas avaliações. Aos 21 dias após a semeadura em cada época, realizaram-se avaliações de intoxicação e crescimento das plantas através da massa seca da parte aérea. As plantas de sorgo, no solo argiloso com 9,0 dag kg-1 de matéria orgânica (MO submetido à aplicação de isoxaflutole, sulfentrazone e oxyfluorfen, produziram massa seca da parte aérea igual a 34, 20 e 40%, respectivamente, aos 60 DAA, em relação às plantas crescidas nesse solo sem aplicação do herbicida. No solo franco-arenoso, observou-se elevado efeito residual dos herbicidas sulfentrazone e oxyfluorfen e diminuição do efeito residual do isoxaflutole ao longo do tempo, com 80, 90 e 40% de controle aos 60 DAA, respectivamente. No solo argiloso com 4,4 dag kg-1 de MO, verificou-se que o herbicida isoxaflutole perdeu a eficácia de controle ao longo do tempo, diferentemente do

  4. Método do Perfil Cultural para avaliação do estado físico de solos em condições tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Tavares Filho

    1999-06-01

    Full Text Available Uma nova abordagem para adoção do método do Perfil Cultural em condições de solos tropicais é aqui tratada. Analisou-se a evolução desse método desde seu início na França, na década de 1960, até a proposta de sua utilização no estudo de manejo de solos tropicais. Tal método mostra-se eficiente no diagnóstico qualitativo do estado físico dos solos no campo, na orientação de amostragem de solos, no estudo dos efeitos da antropização, na visualização das interações físicas, químicas e biológicas dos solos, nos estudos de mecânica do solo no campo e no estudo da organização estrutural de solos agrícolas, além de auxiliar na análise do sistema radicular.

  5. Mineralização do nitrogênio incorporado como material vegetal em três solos da Amazônia Central

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.S. Alfaia

    1997-09-01

    Full Text Available A mineralização do N proveniente do resíduo de feijão-caupi marcado com 15N foi estudada em condições de laboratório de setembro a dezembro de 1992. O material vegetal foi incorporado em amostras dos três principais solos da Amazônia Central: dois de terra firme, classificados como latossolo amarelo e podzólico vermelho-amarelo, e um de várzea, classificado como glei pouco húmico (GP. As variações nos teores e na forma de N mineral provenientes do resíduo de caupi foram relacionadas com as características químicas dos solos estudados. No latossolo e no podzólico, a incorporação do resíduo de caupi aumentou significativamente a mineralização do N, sendo a forma amoniacal predominante, enquanto, no GP, a forma nítrica preponderou. Nos solos de terra firme, a incorporação do resíduo de caupi aumentou a mineralização do N orgânico do solo, indicando a ocorrência do efeito "priming". Após 60 dias de incubação, cerca de 30 (podzólico a 40% (latossolo do N proveniente do caupi foi mineralizado nos solos de terra firme, enquanto no de várzea somente 18% foi mineralizado nesse período. Tais resultados mostram o potencial que essa leguminosa apresenta como fornecedora de N para as plantas nos solos de terra firme da Amazônia Central.

  6. Efeito da umidade do solo sobre a capacidade de Canavalia ensiformis e Stizolobium aterrimum em remediar solos contaminados com herbicidas Effect of soil humidity on Canavalia ensiformis and Stizolobium aterrimum capacity of remediating soils contaminated by herbicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.F. Belo

    2007-01-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, avaliar os efeitos da umidade do solo sobre a capacidade de Canavalia ensiformis e Stizolobium aterrimum em remediar solos contaminados com os herbicidas tebuthiuron e trifloxysulfuron-sodium. O trabalho foi realizado em duas etapas, sendo na primeira avaliado o crescimento de C. ensiformis e S. aterrimum em solo com diferentes níveis de umidade, contaminados ou não com herbicidas. Os tratamentos foram compostos pela combinação entre os herbicidas tebuthiuron, trifloxysulfuron-sodium e ausência de herbicida, associados a quatro teores de água do solo (0,287, 0,358, 0,431 e 0,575 kg kg-1, dispostos em esquema fatorial 3 x 4, sob delineamento inteiramente casualizado, com três repetições, para cada espécie remediadora. Após o preparo do substrato e enchimento dos vasos, aplicou-se à superfície do solo o herbicida trifloxysulfuron-sodium ou tebuthiuron. Um dia após essa aplicação, procedeu-se à semeadura das espécies remediadoras. Nessa mesma época, utilizaram-se, como testemunha, vasos sem planta remediadora, porém com os mesmos níveis de umidade e com aplicação do herbicida mantido nas mesmas condições daqueles com plantas remediadoras, as quais foram colhidas 60 dias após semeadura. Nessa ocasião, foram avaliadas a altura e a massa seca da parte aérea (MSPA dessas espécies. Todo o material colhido foi triturado e incorporado ao solo dos seus respectivos vasos. Na segunda etapa, avaliou-se a capacidade remediadora de C. ensiformis e S. aterrimum. Os tratamentos foram compostos pela combinação entre quatro níveis de umidade e cinco tipos de cultivo prévio: cultivo de C. ensiformis e S. aterrimum na presença e ausência do herbicida e um tratamento sem cultivo prévio e com aplicação do herbicida, dispostos em esquema fatorial 4 x 5, sob delineamento inteiramente casualizado, com três repetições, para cada herbicida avaliado. Amostras de 0,5 kg de solo foram retiradas dos vasos (6

  7. Soil aggregation in a crop-livestock integration system under no-tillage Agregação do solo em sistema de integração lavoura-pecuária em plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edicarlos Damacena de Souza

    2010-08-01

    Full Text Available Grazing intensities can influence soil aggregation, which can be temporarily and permanently affected. The objective of this study was to evaluate the aggregate stability in water at the end of a soybean cycle and during pasture development in a crop-livestock integration system under no-tillage and grazing intensities. The experiment was initiated in 2001, in a dystrophic Red Latosol, after soybean harvest. Treatments consisted of pasture (black oat + Italian ryegrass at heights of 10, 20 and 40 cm, grazed by young cattle, and a control (no grazing, followed by soybean cultivation, in a randomized block design. Soil samples were collected at the end of the soybean cycle (May/2007, during animal grazing (September/2007 and at the end of the grazing cycle (November/2007. The grazing period influences aggregate distribution, since in the September sampling (0-5 cm layer, there was a higher proportion of aggregates > 4.76 mm at all grazing intensities. Soil aggregation is higher in no-tillage crop-livestock integration systems in grazed than in ungrazed areas.As intensidades de pastejo podem influenciar o estado de agregação do solo, que pode sofrer alterações temporárias ou permanentes. O objetivo deste estudo foi avaliar a estabilidade dos agregados em água ao final do ciclo da soja e durante o desenvolvimento da pastagem em sistema de integração lavoura-pecuária em plantio direto submetido a intensidades de pastejo. O experimento foi iniciado em 2001, em um Latossolo Vermelho distrófico, após a colheita da soja. Os tratamentos constaram de alturas de manejo da pastagem (aveia-preta + azevém: 10, 20 e 40 cm, com bovinos jovens, e sem pastejo, seguido do cultivo de soja, em delineamento de blocos ao acaso. Amostras de solo foram retiradas nas camadas de 0 a 5, 5 a 10 e 10 a 20 cm. As amostras foram coletadas ao final do ciclo da soja (maio/2007, em pleno pastejo pelos animais (setembro/2007 e ao final do pastejo (novembro/2007. O tempo

  8. A FERTIRRIGAÇÃO E O PROCESSO DE SALINIZAÇÃO DE SOLOS EM AMBIENTE PROTEGIDO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexsandro Oliveira da Silva

    2014-09-01

    Full Text Available A fertirrigação é uma das alternativas para o parcelamento da adubação em cultivos agrícolas, evitando perdas por lixiviação ou volatilização dos adubos, porém o seu uso excessivo e inadequado pode levar a salinização de solos, principalmente em casas de vegetação, pois o excesso de fertilizantes eleva a condutividade elétrica na solução do solo,  causando redução na produtividade das culturas. No presente texto, foram revisados trabalhos que direta ou indiretamente, abordaram o efeito da fertirrigação excessiva e sua contribuição ao processo de salinização de solos sob ambiente protegido, que apresentaram informações sobre a tolerância das culturas à salinização e seu manejo conjunto com a fertirrigação. Palavra-chave: condutividade elétrica; solução do solo, fertilizantes.   FERTIGATION AND SOIL SALINIZATION PROCESS IN GREENHOUSE ABSTRACT Fertigation is one of the options to split fertilizer application in crops, preventing fertilizers losses by leaching or volatilization, but its excessive and inappropriate use can lead soil salinization in greenhouses, because the fertilizer excess increases the electrical conductivity in soil solution, reducing crops yield. In this article, were revised studies that directly or indirectly address the effect of excessive fertigation and its contribution to the salinization process in soils under greenhouse, which showed information about the crops tolerance to salinization caused by fertilizers and their joint management with fertigation. Keywords: electrical conductivity; soil solution, fertilizers. DOI: http://dx.doi.org/10.14583/2318-7670.v02n03a10

  9. Extrações sequenciais de chumbo e zinco em solos de área de mineração e metalurgia de metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Kummer

    2011-12-01

    Full Text Available A extração sequencial permite obter informações mais detalhadas sobre origem, modo de ocorrência, disponibilidade biológica e físico-química, mobilização e transporte dos metais pesados em ambientes naturais. Com o objetivo de estudar as formas de Pb e Zn foram selecionados oito perfis de solos de diferentes locais dentro de área de mineração e metalurgia de Pb, no município de Adrianópolis (PR, Vale do Rio Ribeira. As amostras foram coletadas nas profundidades de 0 a 10, 10 a 20 e 20 a 40 cm. Foram determinados os teores totais de Pb e Zn e sua especiação nas formas: solúvel; trocável; ligada a carbonatos; ligada à matéria orgânica; ligada aos óxidos de Fe de Al de baixa cristalinidade; ligada aos óxidos de Al cristalinos e filossilicatos 1:1 e 2:1; e residual. Com base nos valores percentuais de participação de cada fração nos teores totais, procedeu-se ao agrupamento das amostras similares por meio da análise de componentes principais (PCA. Houve basicamente duas formas de contaminação dos perfis de solo, sendo uma em decorrência das partículas das chaminés e a outra em função do acúmulo de rejeitos sólidos sobre os solos. A primeira foi mais prejudicial ao ambiente em razão dos maiores teores totais e de formas mais disponíveis no solo (solução mais trocável. De modo geral, houve maior associação de Pb aos carbonatos, seguida das frações residual e óxidos de Fe e Al de baixa cristalinidade. O Zn apresentou-se em formas mais insolúveis, aumentando a participação da fração residual nos teores totais. A PCA foi sensível às diferentes formas de Pb nos solos, pois promoveu o agrupamento das amostras, principalmente, em função da participação das formas trocáveis, ligadas aos óxidos de Fe e Al e ligadas aos carbonatos, em relação aos teores totais.

  10. Sistema radicular de plantas cítricas e atributos físicos do solo em um Latossolo argiloso submetido à escarificação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bordin Ivan

    2005-01-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo avaliar a influência da escarificação sobre atributos físicos do solo e sobre a distribuição do sistema radicular do limão ?Cravo? (Citrus limonia Osb sob copa de laranja ?Pêra? (Citrus sinensis L. Osb. Foram abertas quatro trincheiras para cada tratamento (entrelinha escarificada e entrelinha não escarificada avaliando-se distribuição das raízes na linha e entrelinha até a profundidade de 1,0 m pelo Sistema Integrado de Análise de Raízes e Cobertura do Solo (SIARCS 3.0. A porosidade total e a densidade do solo foram avaliadas em três profundidades (0,000-0,125; 0,125-0,250 e 0,25-0,375 m em três posições: linha, centro da entrelinha e limite da copa na entrelinha. Três anos depois da escarificação não se detectou alteração para a densidade e a porosidade total do solo nas entrelinhas do pomar e a quantidade de raízes, independentemente da profundidade e posição em relação à planta.

  11. Caracterização e classificação de solos em uma topossequência sobre calcário na serra da Bodoquena, MS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Gervasio Pereira

    2013-02-01

    Full Text Available A serra da Bodoquena, localizada no Estado do Mato Grosso do Sul, apresenta particularidades nos seus solos, que diferem de outras regiões do bioma cerrado-pantanal. Este trabalho teve como objetivo ampliar o conhecimento dos solos formados sobre calcário, por meio da caracterização dos seus atributos físicos, químicos, mineralógicos e da matéria orgânica. Foi selecionada uma topossequência sobre calcário, onde foram abertas trincheiras no topo (P1, terço inferior (P2, sopé (P3 e baixada (P4 e P5. Os perfis foram descritos morfologicamente e analisados os atributos físicos, químicos e mineralógicos dos horizontes. De acordo com o Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, os solos estudados foram classificados como: (P1 Organossolo Fólico Sáprico lítico - OOs; (P2 Chernossolo Háplico Órtico típico - MXo; (P3 Chernossolo Argilúvico Órtico típico - MTo; (P4 Gleissolo Melânico Carbonático chernossólico - GMk1; e (P5 Gleissolo Melânico Carbonático organossólico - GMk2. Todos os perfis estudados apresentaram cores escuras nos horizontes superficiais e mais avermelhadas ou acinzentadas em profundidade, em razão da drenagem, sempre associados com elevados valores de saturação por bases e tendo o cálcio como cátion predominante no complexo sortivo. Das frações húmicas, a humina representou a maior fração do carbono orgânico em todos os solos. A análise mineralógica constatou a presença de calcita na fração areia nos perfis GMk1 e GMk2 e caulinita, illita e montmorilonita, na fração argila de todos os solos. A ocorrência do Organossolo Fólico em ambiente não altimontano, diferente do relatado pelo Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, sugere maior amplitude das condições ambientais para a ocorrência dessa subordem.

  12. Aporte de fitomassa pelas sucessões de culturas e sua influência em atributos físicos do solo no sistema plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denis Augusto da Silva

    2011-01-01

    Full Text Available A degradação física dos solos, como a compactação, reduz a movimentação de água e o crescimento de raízes. A estrutura do solo é considerada como uma de suas mais importantes propriedades do ponto de vista agrícola, pois a ela estão relacionadas outras propriedades fundamentais nas relações solo-planta. Com o objetivo de se avaliar o efeito de culturas de cobertura nos atributos físicos do solo realizou-se este trabalho em um Latossolo Vermelho Distroférrico, textura muito argilosa, nas safras de 2004/2005 e 2005/2006, na Universidade Federal da Grande Dourados, em uma área há oito anos sob plantio direto. O delineamento experimental foi em blocos completamente casualizados com três repetições. Foram avaliadas as culturas girassol (Helianthus annuus L., crotalária (Crotalaria juncea L., ervilhaca peluda (Vicia villosa Roth, consórcio de crotalária e aveia preta (Avena strigosa Schreb e consórcio de aveia preta, ervilhaca peluda e nabo forrageiro (Raphanus sativus L. var. oleiferus Metzg, sucedendo a soja e como antecessoras do milho. As culturas de girassol, crotalária e o consórcio aveia preta mais crotalária proporcionaram maiores teores de carbono orgânico total; os valores de macroporosidade e porosidade total aumentaram na camada superficial enquanto os valores de densidade do solo e de microporosidade foram menores nessa camada. Os agregados foram mais estáveis na camada 0 - 5 cm. Os sistemas de culturas estudados foram eficientes na produção de palha, capazes preservar os atributos físicos do solo. Os consórcios entre aveia preta+ervilhaca peluda+nabo forrageiro e, da aveia preta+crotalária possibilitam maior cobertura e permanência da palha sobre o solo.

  13. Efluxo de CO2, atributos físicos e carbono do solo em manejos agroecológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Isabel de Souza Costa

    2017-06-01

    Full Text Available A avaliação de atributos solo em sistemas agroecológicos é de fundamental importância para verificar os benefícios desse tipo de manejo. Objetivou-se avaliar as características físicas, o efluxo de CO2 e o carbono orgânico em diferentes condições de manejo. A área de pesquisa pertence à Unidade de Serviços de Tecnologia alternativa, localizada na cidade de Glória do Goitá, Pernambuco, que desenvolve técnicas com base nos princípios agroecológicos, visando o desenvolvimento sustentável no ambiente rural. Três áreas foram selecionadas: Permacultura, Rotação de Cultura e Mata em Regeneração. Para cada uma das áreas foram coletadas amostras de solo deformadas e indeformadas, em duas profundidades 0-20 e 20-40 cm. As variáveis analisadas foram: granulometria, densidade e porosidade do solo, Carbono Orgânico Total (COT e calculada a Matéria Orgânica do Solo (MOS. Realizou-se também a medição do efluxo de CO2 do solo, utilizando uma câmara específica para solo acoplada ao IRGA, modelo 6400XT. Os resultados foram analisados pela comparação de médias utilizando o teste de Scott-Knot a uma probabilidade de 5%. A permacultura e a rotação de cultura apresentaram valores de atributos físicos que se aproximaram da condição de mata. Com relação aos teores de Carbono e MOS, a área de mata obteve as maiores médias, enquanto que para o efluxo de CO2, as áreas manejadas obtiveram médias superiores, demonstrando os benefícios destes manejos para a melhoria da qualidade do solo.CO2 efflux, physical attribute and soil carbon in agro-ecological management systems Abstract: Evaluation of soil in agroecological systems is of fundamental importance to check the influence of this type of soil management. The aim of this study is to evaluate the physical, CO2 efflux and the carbon in different management conditions. The survey area belongs to Alternative Technology Services Unit, located in Gloria do Goitá, Pernambuco

  14. Efeito de coberturas do solo sobre a sobrevivência de Macrophomina phaseolina no feijão-caupi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cheyla Magdala de Sousa Linhares

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Com o objetivo de avaliar a sobrevivência de Macrophomina phaseolina em solo submetido a diferentes coberturas, conduziu-se dois experimentos em casa de vegetação, no delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 x 2, com cinco coberturas (Brachiaria brizantha, Pennisetum glaucum, Crotalaria spectabilis, solo coberto com filme de polietileno e solo sem cobertura e solo esterilizado e não esterilizado. No primeiro experimento, as plantas foram cultivadas em vasos e dessecadas, para posterior plantio do feijão-caupi e no segundo, a semeadura da cultura foi realizada em sucessão ao primeiro cultivo. Nos dois experimentos foram colocadas em cada vaso a 10 cm de profundidade, no dia do plantio da cultura, quatro bolsas de tecido contendo, cada uma, 10 gramas de inóculo de M. phaseolina, das quais, duas foram retiradas aos 30 dias após o plantio e duas no final do ciclo da cultura, para posterior plaqueamento e determinação da sobrevivência. Realizou-se também o monitoramento das temperaturas máximas e mínimas diárias do solo. Os tratamentos com solo coberto com material vegetal apresentaram menor elevação da temperatura em relação ao solo coberto com filme de polietileno e sem cobertura, que elevaram a temperatura em até 5,9 e 3,9 ºC, respectivamente, em relação ao solo coberto com palhada de P. glaucum. O solo coberto com filme de polietileno e sem cobertura apresentaram maiores taxas de sobrevivência de M. phaseolina e o solo coberto com palhada de P. glaucum a menor taxa. Maior sobrevivência foi observada no solo não esterilizado.

  15. Relações hídricas em cultivares de beterraba em diferentes níveis de salinidade do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexsandro O. da Silva

    2013-11-01

    Full Text Available O excesso de sais no solo pode afetar diretamente o desenvolvimento e a produtividade das plantas, motivo pelo qual investigações sob as relações hídricas das culturas em tais condições se fazem necessárias para prevenir ou remediar tal problema. O estudo foi conduzido em casa de vegetação, na Universidade Estadual Paulista no Departamento de Engenharia Rural. O delineamento estatístico adotado foi o de blocos casualizados com 4 repetições, 5 níveis de salinidade no solo (1,0; 3,0; 6,0; 9,0; 12,0 dS m-1, duas cultivares de beterraba (Early Wonder e Itapuã e dois manejos de fertirrigação totalizando, assim, 80 parcelas experimentais. Foram realizados medidas do teor relativo de água nas folhas, resistência difusa ao vapor de água, transpiração, área foliar e o consumo hídrico da cultura. Houve um decréscimo de acordo com o incremento da salinidade para os parâmetros fisiológicos analisados na cultivar Early Wonder enquanto para a cultivar Itapuã um aumento crescente foi observado até a salinidade de 6 dS m-1. O consumo de água pelas plantas apresentou uma redução para as duas cultivares estudadas.

  16. ALTERAÇÕES DOS ATRIBUTOS FÍSICO-QUÍMICOS DA CAMADA SUPERFICIAL DO SOLO EM RESPOSTA À AGRICULTURA COM SOJA NA VÁRZEA DO TOCANTINS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elainy Cristina Alves Martins Oliveira

    2015-12-01

    Full Text Available O uso do solo com cultivos anuais durante longo tempo, especialmente quando são utilizados manejos não conservacionistas, como arações e gradagens, normalmente são responsáveis pela degradação mais intensa de suas propriedades. Este trabalho avaliou as propriedades do solo em três áreas sob cultivo agrícola e uma área nativa de Cerrado, verificando as alterações ocorridas nos atributos físico-químicos do solo após dois, cinco e oito anos sob plantio de soja. As amostras de solo foram coletadas na Fazenda Praia Alta, no município de Lagoa da Confusão - TO, onde a soja é cultivada no período de entressafra (maio-junho, em várzea irrigada, sob regime de subirrigação. A análise físico-química do solo quantificou pH, matéria orgânica (MO, P, S, K, Ca, Mg, Al, H + Al, CTC, SB, Na, Zn, B, Cu, Fe, Mn, argila, silte e areia. Os resultados mostraram evidências que o tempo de uso do solo com agricultura tecnificada, influencia as propriedades do solo; o tempo de cultivo do solo parece influenciar as modificações nos atributos naturais de áreas de várzea alagável no Cerrado. Palavras-chave: nutrientes, propriedades do solo, plantio direto. DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v5n4p56-62

  17. TAXAS DE RECUPERAÇÃO DE BORO POR EXTRATORES EM SOLOS DA BAHIA E DE MINAS GERAIS, NA PRESENÇA E AUSÊNCIA DE CALAGEM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Augusto dos Santos Neto

    2015-08-01

    Full Text Available As informações referentes às taxas de recuperação do boro pelo extrator em razão das doses adicionadas são escassas e necessárias para os sistemas de recomendação de adubação e corretivos. Esta pesquisa teve o objetivo de determinar as taxas de recuperação desse nutriente com água fervente e CaCl2 fervente em solos dos Estados da Bahia e Minas Gerais, na ausência e na presença de calagem. O experimento foi instalado em casa de vegetação, utilizando tratamentos em esquema fatorial (6 × 2 + 9 × 6, correspondendo a seis solos com e sem calagem, nove solos sem calagem e seis doses de B. Utilizaram-se blocos casualizados, com três repetições. As unidades experimentais foram constituídas por 0,6 dm3 de solo. A calagem foi calculada com base na análise de solo, seguindo a recomendação de calagem usada para o Estado de Minas Gerais. Após 15 dias de incubação, os solos receberam doses de B (0,0; 1,5; 3,0; 6,0; 9,0; e 15 mg dm-3, fazendo-se uma nova incubação por um período de 45 dias. Usou-se ácido bórico como fonte de B. Terminada a incubação, o teor de B disponível foi extraído com água fervente e CaCl2 5 mmol L-1 fervente, sendo a dosagem feita com azometina-H. Foram feitas análises de regressão e correlação para as diversas variáveis. O B extraído do solo com água fervente e o CaCl2 fervente, independentemente da calagem, aumentou linearmente com a elevação das doses aplicadas desse nutriente aos solos. Os extratores água fervente e o CaCl2fervente não são sensíveis à calagem. As taxas de recuperação de B dos solos pelos extratores usados variam de acordo com os teores de matéria orgânica, a quantidade e qualidade de argila e pelo equivalente de umidade. Os extratores utilizados foram altamente correlacionados entre si na extração do B do solo.

  18. Indicadores microbiológicos e bioquímicos da qualidade do solo em transição para cultivo orgânico de feijoeiro comum (Phaseolus vulgaris L.)

    OpenAIRE

    ROSA, Joyce Rover

    2009-01-01

    A análise da qualidade do solo durante e após o período de transição de um sistema produtivo convencional para um sistema orgânico é importante como indicador de sustentabilidade. Indicadores microbiológicos e bioquímicos da qualidade do solo devem responder rapidamente a mudanças no manejo e alterações nos sistemas de produção. Assim, este experimento teve como objetivo avaliar as alterações nos indicadores microbiológicos e bioquímicos do solo em um sistema de produção em ...

  19. Oxidação de ferro em raízes de dois cultivares de arroz em solução de solo inundado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. Nava

    2002-06-01

    Full Text Available O arroz cultivado em regime de inundação pode apresentar sintomas de desordens nutricionais semelhantes àqueles descritos quando ocorre toxidez de ferro. Os sintomas não ocorrem com a mesma intensidade em todos os cultivares e têm sido mais freqüentes nos cultivares modernos. O objetivo do trabalho foi avaliar, em casa de vegetação, a capacidade das plantas em oxidar o Fe reduzido (Fe2+ sobre a superfície das raízes, comparando duas variedades de arroz com diferentes sensibilidades ao Fe2+ em solução (BR IRGA 409 e EPAGRI 108 e duas soluções com diferentes concentrações de Fe2+. O delineamento experimental foi completamente casualizado e consistiu de um fatorial 2² com mais um tratamento em branco, no qual as plantas foram mantidas somente em solução nutritiva. Para obter soluções com diferentes concentrações de Fe2+, foram utilizados dois solos (Gleissolo Lâmico e Planossolo Hidromórfico. As plantas foram cultivadas em solução nutritiva completa por 30 dias e, posteriormente, em soluções extraídas dos solos inundados por mais 24 horas. A capacidade oxidativa das plantas foi estimada a partir da quantidade de compostos de Fe acumulados na superfície das raízes. Os cultivares BR IRGA 409 e EPAGRI 108 apresentaram a mesma capacidade de oxidar o Fe2+ sobre a superfície das raízes, não sendo a capacidade de oxidação a variável diferenciadora dos dois cultivares quanto à maior ou menor sensibilidade à toxidez de Fe. A solução do Planossolo, por ser mais concentrada em Fe2+ (280 mg L-1, promoveu maior precipitação de óxidos sobre as raízes do que a solução do Gleyssolo, menos concentrada (118 mg L-1. A camada de óxidos precipitada sobre as raízes do cultivar EPAGRI 108, tolerante à toxidez de Fe, foi menos ativa em adsorver P do que do cultivar BR IRGA 409, considerado sensível.

  20. Frações de boro e índices de disponibilidade em solos do estado do Ceará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. F. Ferreyra H.

    1999-06-01

    Full Text Available Em 29 amostras superficiais (0-20 cm de solos do estado do Ceará, foram determinadas diferentes frações de boro e estabelecidas relações com algumas propriedades do solo e com o boro solúvel, usado como índice de disponibilidade para as plantas. As frações de boro foram analisadas, seguindo-se um esquema de fracionamento seqüencial. Determinaram-se o boro solúvel em água (B-Sol, o boro não especificamente adsorvido (B-NEsAd, o boro especificamente adsorvido (B-EsAd, o boro associado a óxidos de Mn (B-OxMn, o boro associado a óxidos de Fe e Al amorfo (B-OxFeA e a óxidos de Fe e Al cristalino (B-OxFeC, e o boro residual (B-Res. Também foram determinados o boro total (B-Total e o solúvel em três extratores: água quente, HCl 0,05 mol L-1 e manitol 0,05 mol L-1 + CaCl2 0,01 mol L-1. O teor de boro total nos solos variou de 10,5 a 24,0 mg kg-1 (média de 14,4 mg kg-1. As frações B-Sol, B-NEsAd e B-EsAd apresentaram teores entre 0,05 e 0,79 mg kg-1, representando entre 0,3 a 4,4% do B-Total. Dentre os óxidos, houve predominância do B-OxFeC (média de 4,4 mg kg-1 com teores entre 1 a 2 vezes superiores aos de B-OxFeA (média de 2,72 mg kg-1. Na maioria dos solos, a fração predominante foi o B-Res (média de 6,22 mg kg-1, ocluso em minerais silicatados, com teores que variaram de 19,6 a 70,7% do B-Total. Os valores de B disponível, nos três extratores, correlacionaram-se de forma altamente significativa entre si e com as frações B-Sol, B-NEsAd e B-EsAd. A matéria orgânica e a argila foram as propriedades que se correlacionaram melhor com o B-Sol, B-NEsAd e B-EsAd.

  1. Sorção e mobilidade do lítio em solos de áreas de disposição final de resíduos sólidos urbanos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Fernando Coutinho de Oliveira

    2013-06-01

    Full Text Available Um dos grandes problemas da atualidade é a disposição inadequada dos resíduos sólidos urbanos no solo, e seus efeitos recaem, principalmente, na contaminação das águas e do solo. Este trabalho objetivou o estudo da sorção e da mobilidade do Lítio nos solos das áreas de disposição de resíduos sólidos urbanos dos municípios de Lavras, Campo Belo e Pouso Alegre, MG. A partir dos ensaios de sorção em batelada e mobilidade do Li em colunas de solo, ajustaram-se os parâmetros das isotermas de Freundlich e da equação de transporte de solutos no solo. Pelos resultados obtidos verificou-se que, dentre os solos avaliados, o do município de Lavras foi o que apresentou a maior mobilidade do Li seguido dos solos de Pouso Alegre e Campo Belo, sendo, portanto, mais vulnerável à contaminação das águas subterrâneas.

  2. SISTEMA PLANTIO DIRETO ORGÂNICO: PRODUTIVIDADE DE MILHO-VERDE EM FUNÇÃO DE DIFERENTES COBERTURAS DE SOLO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Fernando Favarato

    2016-10-01

    Full Text Available O cultivo de diferentes espécies de plantas de cobertura possibilita a melhoria e a conservação do solo e da matéria orgânica, além de promover consideráveis aumentos de rendimento nas culturas subsequentes. Objetivou-se avaliar a produtividade do milho-verde sobre diferentes coberturas de solo no sistema plantio direto orgânico. O trabalho foi desenvolvido no município de Domingos Martins, ES, Brasil. Foi estudada a produtividade de milho verde em função de cinco sistemas de produção, constituídos por três coberturas de solo no sistema plantio direto (SPD orgânico, com palha de aveia-preta; com palha de tremoço-branco; com palha do consórcio aveia/tremoço e dois sistemas sem palhada e com revolvimento do solo, um orgânico e outro convencional, estes dispostos no delineamento de blocos casualizados, com seis repetições. Foram realizadas avaliações de número total de espigas comerciais, produtividade total de espigas com palha e sem palha, peso médio de espigas com palha e sem palha, produtividade, peso médio e percentual de espigas comerciais, comprimento e diâmetro de espigas comerciais sem palha. O uso de tremoço-branco solteiro ou em consórcio com aveia-preta apresentaram-se proporcionaram produtividade satisfatória para a cultura do milho-verde.

  3. Agregação e estabilidade de agregados do solo em sistemas agropecuários em Mato Grosso do Sul Soil aggregation and aggregate stability under crop-pasture systems in Mato Grosso do Sul state, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio Cesar Salton

    2008-02-01

    Full Text Available Sistemas de manejo do solo, incluindo lavouras em plantio direto, lavouras (soja em rotação com pastagens em plantio direto e pastagens permanentes (Brachiaria sp., foram avaliados quanto à agregação do solo e estabilidade dos agregados. Em três experimentos de longa duração (9 e 11 anos localizados em Mato Grosso do Sul, o solo foi amostrado nas camadas de 0 a 5, 5 a 10 e 10 a 20 cm, para determinação da estabilidade dos agregados em água e a seco. Foram calculados o diâmetro médio ponderado (DMP e o índice de estabilidade dos agregados (IEA. Em todos os experimentos, nos sistemas com pastagens, seja de forma isolada ou em rotação com lavouras, foi verificado maior volume do solo, constituindo agregados com tamanho superior a 4,76 mm. Os sistemas com pastagens também apresentaram maior DMP e maior IEA em todos os experimentos. O sistema apenas com lavouras apresentou, nos três experimentos, o maior volume de solo com agregados de tamanho entre 0,25 e 2,00 mm. Esses efeitos ocorreram de forma semelhante em todas as profundidades avaliadas. Entre os locais, observou-se o efeito do teor de argila na agregação, sendo maior em Maracaju e menor em Campo Grande. Foi observada estreita relação entre a estabilidade dos agregados e o teor de C no solo. A formação de macroagregados parece estar relacionada à presença de raízes, que são mais abundantes sob pastagem de gramíneas.Soil management systems, with crops under no-tillage (NT, crops (soybean in rotation with pastures under NT and permanent pastures (Brachiaria sp., were evaluated for soil aggregation and aggregate stability. Three long-term experiments (9 and 11 years in the state of Mato Grosso do Sul were sampled in the layers 0-5, 5-10 and 10-20 cm for determination of the aggregate stability in wet and dry sieving. The mean weight diameter (MWD and the aggregate stability index (IAS were calculated. In all experiments, the greatest soil volume was verified in the

  4. Zonas de manejo em função de propriedades de solo, relevo e produtividade da lavoura cafeeira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Manoel Rezende de Melo

    2017-07-01

    Full Text Available O objetivo foi determinar zonas de manejo correlacionando produtividade, altitude, parâmetros de textura e fertilidade de solo em propriedades cafeeiras do sul de Minas Gerais. O experimento foi realizado em Inconfidentes (MG, em uma lavoura de café da cultivar Rubi com 0,849 ha-1, no espaçamento 2,2 m x 1,3m, em dezembro de 2011, em Latossolo Vermelho Amarelo distrófico. O local está situado a 957 metros de altitude com parte da lavoura situada no topo de morro e a outra parte em meia encosta, apresentando declividade máxima entre os pontos de maior e menor altitude de 37 %. O local para a coleta de solo está situado em cada ponto georreferenciado com um receptor GPS, para a zona 23k no sistema de referências SIRGAS 2000. Posteriormente foram analisados os parâmetros químicos, físicos, altitude e declividade da área. Para verificar a dependência espacial dos fatores em estudo, utilizou-se da geoestatística. Na presença de dependência espacial foram confeccionados os mapas de gradiente. Os resultados demonstram que não foi possível encontrar dependência espacial para o fósforo. Para as variáveis matéria orgânica, potássio, saturação de bases, pH e declividade, foi possível identificar zonas de manejo em função da correlação significativa com a altitude. A produtividade nos dois anos apresentou variabilidade espacial e temporal. Conclui-se, desta forma, que zonas de manejo podem ser identificadas correlacionando altitude com parâmetros de fertilidade. Para a produtividade e textura nos dois anos de estudos, não foram observadas zonas de manejo.

  5. Função renal em pacientes com leishmaniose muco-cutânea tratados com antimoniais pentavalentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joel Paulo Russomano Veiga

    1985-12-01

    Full Text Available Avaliou-se a função renal em 10 pacientes com leishmaniose muco-cutânea tratados com glucantime (antimoniato de Meglumine, Rhodia ou Pentostam (estibogluconato de sólio, Wellcome. Durante o uso das drogas, verificou-se a existência de um defeito na capacidade concentrante do rim, obtendo-se menores valores da osmolaridade urinária máxima e de depuração negativa máxima de água livre, neste período, em relação aos testes efetuados antes do tratamento. A capacidade de concentração urinária normalizou-se em 5, de 8 pacientes estudados no período de 15 a 30 dias, após a suspensão dos medicamentos, embora com valores de osmolaridade urinária máxima inferiores aos obtidos antes do tratamento. Em dois pacientes surgiu proteínúria, acima de 150 mg/dia, com o uso dos antimoniais, normalizando-se posteriormente. A depuração de creatinina endógena não se alterou significativamente com o uso das drogas. Os resultados sugerem que os antimoniais pentavalentes podem levar a uma disfunção tubular renal, caracterizada por um defeito na capacidade de concentrar a urina, reversível após a retirada dos medicamentos.

  6. Compactação do solo na integração soja-pecuária de leite em Latossolo argiloso com semeadura direta e escarificação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Kunz

    2013-12-01

    Full Text Available A compactação do solo pelo tráfego de animais é uma preocupação em sistemas integrados lavoura-pecuária. Com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes sistemas de manejo do solo e pisoteio de animais sobre os atributos físico-hídricos do solo e o desenvolvimento e a produtividade da soja, este experimento foi instalado no ano de 2007, em um Latossolo Vermelho distrófico cultivado anteriormente por uma década, pelo sistema de plantio direto de grãos em consórcio com forrageira. Avaliou-se a influência do pisoteio dos animais sobre a densidade (Ds, macroporosidade (Ma, microporosidade (Mi, porosidade total (PT, resistência do solo à penetração (RP e o conteúdo de água no solo (θ, bem como a emergência, a altura e a produtividade da soja. O delineamento experimental foi blocos ao acaso com três repetições, com os tratamentos semeadura direta de soja sem pastejo (SD/SP, semeadura direta com pastejo em aveia (SD/CP e escarificado com pastejo (ESC/CP. As amostras foram coletadas nas camadas de 0,00-0,07; 0,07-0,15; e 0,20-0,30 m, em três épocas: antes do pastejo (agosto de 2007, pós-pastejo (dezembro de 2007 e pós-pastejo (outubro de 2008. Não houve efeito significativo do pastejo sobre a Ds e PT. Aos 140 dias após a semeadura da soja, a RP atingiu valores acima de 2 MPa na camada de 0,00-0,15 m, nos tratamentos SD/SP e SD/CP, mas não limitando o desenvolvimento da cultura. A escarificação do solo sob integração lavoura-pecuária em semeadura direta proporcionou condições físico-hídricas menos favoráveis ao desenvolvimento das plantas; a altura de planta no SD/SP foi maior do que nos tratamentos SD/CP e ESC/CP e a menor produtividade de grãos foi obtida com a escarificação do solo, em ano com déficit hídrico.

  7. Padrão espaço-temporal da umidade volumétrica do solo em uma bacia hidrográfica com predominância de latossolos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Léo Fernandes Ávila

    2011-10-01

    Full Text Available A umidade volumétrica do solo possui alta variabilidade espacial e temporal devido à influência de vários fatores ambientais e de uso do solo. Desse modo, seu entendimento assume papel fundamental na modelagem dos processos que envolvem o escoamento superficial, a erosão do solo e o transporte de sedimentos. Nesse contexto, objetivou-se neste estudo avaliar o padrão espacial e temporal da umidade volumétrica na camada superficial do solo, nas diferentes estações do ano, em uma bacia hidrográfica experimental, com predominância de latossolos, localizada na região Sul de Minas Gerais. Para isso, utilizou-se o conceito de estabilidade temporal e escalonamento de semivariogramas, o qual possibilitou a comparação da estrutura espacial dos modelos de semivariogramas ajustados. Foi possível detectar forte dependência espacial da umidade do solo na bacia hidrográfica, com grau de dependência sempre acima de 80 %, e os semivariogramas escalonados mostraram semelhanças no padrão espacial no verão e no outono e diferenças em relação ao inverno e à primavera. Dessa forma, constatou-se que houve diferença no padrão espacial da umidade do solo ao longo do ano, contudo maior homogeneidade no período chuvoso (verão. Ocorreu variação no padrão temporal de umidade do solo de acordo com as estações do ano, sendo verificada tendência nos dados de inverno e primavera, demonstrada pelo teste de Spearman. Devido às diferenças verificadas no padrão espaçotemporal da umidade do solo ao longo das estações do ano, quatro pontos distintos foram identificados, um em cada estação, para implantação de monitoramento permanente desse atributo do solo na bacia hidrográfica.

  8. Produtividade e qualidade de frutos de melão em resposta à cobertura do solo com plástico preto e ao preparo do solo Yield and quality of melon fruits in response to plastic mulch and soil tillage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neyton O. Miranda

    2003-09-01

    Full Text Available Determinou-se o efeito da intensidade do preparo e da cobertura do solo com plástico preto sobre a produção e qualidade de frutos de melão irrigado por gotejamento. O experimento foi conduzido em Mossoró, no delineamento blocos ao acaso em esquema fatorial com parcela subdividida, com três repetições. Foram avaliados o tipo de preparo do solo (área total ou em faixas e profundidade de preparo (20; 30; 40 e 50 cm, com parcelas divididas em com ou sem cobertura do solo. Os frutos foram classificados em tipo exportação, mercado interno e refugo para determinar peso de frutos de cada tipo, número total de frutos e seu peso médio. Foram determinados a firmeza de polpa, o teor de sólidos solúveis totais (SST, espessura da polpa e formato do fruto. A qualidade dos frutos de melão foi reduzida pela cobertura do solo apenas em termos de firmeza de polpa. O preparo do solo em faixas não influenciou as características estudadas. Maiores profundidades de preparo aumentaram a produção de frutos tipo exportação, entretanto diminuíram a produção para o mercado interno.The effect of black polyethylene mulch and soil tillage intensity was determined on yield and quality of drip irrigated melon. The field trial was carried out in Mossoró, Brazil. The experimental design was randomized complete block in a factorial scheme with three replications. Two soil tillage methods were evaluated (strip tillage or tillage of the entire area and tillage depth (20; 30; 40 and 50 cm, with split plots with or without mulch. Fruits were classified in export type, internal market type and rejected, to determine total yield and the yield of each type, number of fruits and fruit mean weight. Pulp firmness, total soluble solids, pulp thickness and fruit shape were determined. Results showed a decrease in pulp firmness with black plastic mulch. Strip tillage did not influence any studied characteristic. Yield of both export type and internal market melons was

  9. Escória de siderurgia e calcário na correção da acidez do solo cultivado com cana-de-açúcar em vaso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Prado Renato de Mello

    2000-01-01

    Full Text Available A avaliação química da escória de siderurgia, como corretivo de acidez do solo, pode sofrer interferências em razão da presença da alta energia de ligação dos seus constituintes neutralizantes e a presença de diversos elementos metálicos. Tendo como objetivo avaliar se a recomendação de correção baseada no poder de neutralização adotado para o calcário é compatível para escória de siderurgia, em função das alterações do valor pH, teores de H+Al, Ca+Mg em solos ácidos da região dos cerrados cultivados com cana-de-açúcar, realizou-se o presente experimento, em condições de casa de vegetação, em vaso com 20 dm³ do Latossolo Vermelho e do Neossolo Quartzarênico em dois cultivos sucessivos da cana-de-açúcar (cana-planta e cana-soca por 210 dias após a incorporação dos corretivos, a cada cultivo. Os tratamentos, foram constituídos de dois corretivos calcário e escória em dois níveis de aplicação, como segue: nível 1= a dose para elevar V=50% e nível 2= dobro da dose necessária para elevar V=50%. Ao término de cada cultivo, os solos foram amostrados e analisados quimicamente. A reatividade da escória de siderurgia depende da classe de solo. A eficiência da escória de siderurgia baseado no poder de neutralização adotado para o calcário não apresentou comportamento satisfatório para estimar a necessidade de produto para a correção da acidez do solo, sugerindo a necessidade de mais estudos.

  10. Atributos do solo e biomassa radicular após quatro anos de semeadura direta de forrageiras de estação fria em campo natural dessecado com herbicidas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. Pérez Gomar

    2002-03-01

    Full Text Available Os campos naturais, desenvolvidos sobre solos arenosos da região norte do Uruguai, são compostos por espécies forrageiras, sobretudo de gramíneas de produção estacional, com baixa produtividade no inverno. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da dessecação do campo natural no estabelecimento de espécies de estação fria em atributos do solo e biomassa radicular. O estudo, iniciado em 1994, utilizou delineamento experimental de blocos ao acaso com parcelas subsubdivididas, com três repetições. Nas parcelas principais, em 1994, foram aplicados os tratamentos com herbicidas (paraquat 0,60gha-1i.a., glifosate 0,36gha-1i.a. e glifosate 1,44gha-1i.a. e testemunha sem herbicida em campo natural para a semeadura de pastagens de inverno. Nessas parcelas, a pastagem de inverno foi aveia preta (avena strigosa L., triticale (X Triticosecale Wittmack e azevém (Lolium multiflorum L.. As subparcelas foram formadas pela reaplicação ou não dos herbicidas em 1995 e as subsubparcelas foram formadas pela reaplicação ou não dos herbicidas em 1996. As amostras de solo para determinar a biomassa radicular, a densidade do solo, o carbono (C orgânico do solo, bases trocáveis, Al trocável e o pH do solo foram extraídas separadamente, em três subamostras, usando cilindro metálico de 7,65cm de diâmetro e 40cm de comprimento. Os monolitos extraídos foram estratificados até 30cm de profundidade nas camadas de 0-5, 5-10, 10-15, 15-20 e 20-30cm. A biomassa radicular foi maior na testemunha do que a média dos tratamentos com herbicidas somente na camada de 0-5cm, e, entre os tratamentos com herbicidas, a biomassa radicular foi maior com paraquat do que com o glifosate. A reaplicação de herbicidas, em 1995 e 1996, também ocasionou redução da biomassa radicular. Houve alta correlação positiva de C orgânico com a biomassa radicular. A redução de C orgânico para o tratamento mais agressivo de controle químico (glifosate 1,44gi

  11. Remoção de matéria orgânica do esgoto em solo de wetland construído

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Selma Cristina da Silva

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Nos sistemas wetlands construídos os meios suportes tradicionalmente utilizados são areia grossa, cascalho, pedregulho e brita. Nesta pesquisa, foi utilizado o solo natural (Latossolo Vermelho-Amarelo misturado com areia média, plantado (wetlands construídos com arroz irrigado (Oryza sativa L. ou não (controles. O objetivo foi avaliar a remoção de DBO dos esgotos domésticos pelos processos de imobilização do carbono da biomassa microbiana e da respiração basal (atividade microbiana. Foram utilizados três sistemas operando com taxas de aplicação hidráulica de 4, 8 e 15 cm.d1. Cada sistema apresentava três unidades wetlands construídos e três controles, as quais eram alimentadas com esgotos para tratamento, por fluxo vertical em regime não saturado, nas segundas, quartas e sextas-feiras, ficando os outros dias em descanso para aeração do solo. Os resultados mostraram que os solos foram capazes de reduzir as concentrações de DBO afluentes significativamente, com eficiência de remoção variando entre 97 e 99%. A remoção se deu pela mineralização da matéria orgânica e seu acúmulo no solo. Durante o início da aplicação do esgoto, houve inicialmente uma redução nos teores de matéria orgânica nativa do solo que passaram a aumentar paulatinamente com a aplicação dos esgotos. A atividade dos microrganismos decompositores aumentou proporcionalmente à taxa de aplicação de esgoto, porém taxas elevadas indicaram uma tendência à inibição dessa atividade. Nos solos das unidades controles, houve menores perdas de CO2 para a atmosfera, indicando uma maior imobilização do carbono nos solos.

  12. Comparação das reservas glicogênicas em ratos jovens e envelhecidos tratados com picolinato de cromo

    OpenAIRE

    Rodrigues, Marcella Damas; Borin, Sérgio Henrique; Paulino, Patrícia Carla; Arruda, Eder João; Silva, Carlos Alberto da

    2014-01-01

    INTRODUÇÃO: Entre os suplementos utilizados no meio esportivo, o mineral cromo tem se destacado, principalmente por potencializar a ação da via insulínica, ação extremamente importante na manutenção da homeostasia metabólica. A ação do cromo parece ter ação importante como coadjuvante nas dinâmicas da ação insulínica.OBJETIVO: Avaliar o perfil glicogênico, bem como a sensibilidade tecidual à insulina e a pancreática à glicose em ratos jovens e envelhecidos tratados com picolinato de cromo.MÉT...

  13. O Tratado de Tordesilhas e sua projeção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Héctor José Tanzi

    1976-12-01

    Full Text Available (primeiro parágrafo do artigo Em fins de 1479, Castela e Portugal derimiam momentaneamente os trâmites de uma cruel contenda, num tratado de paz pelo qual Fernando e Isabel logravam uma efetiva elevação ao trono e Afonso V de Portugal abandonava a idéia de casar-se com a filha bastarda de Henrique IV, chamada a Beltraneja; esse foi o Tratado das Tercerías de Moura. Porém, ao  mesmo tempo que punha fim ao pleito dinástico, regulamentava-se a questão africana do Reino de Fez e reconhecia-se a Portugal a posse de Guiné, Açores e Cabo Verde, " ... e todas as ilhas que agora se tem descoberto e qualquer outras ilhas que se acharem e se conquistarem das ilhas da Canária para baixo contra Guiné..." no tratado chamado de Alcaçobas.

  14. Comportamento dos teores de sais em perfil de solo com vegetação nativa e cultura irrigadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Guedes Souza

    2016-04-01

    Full Text Available A salinização do solo é um problema que vem crescendo em todo o mundo; principalmente nas regiões áridas e semiáridas, tendo um agravante maior devido a baixa precipitação e a elevada evaporação. Nestas condições nem sempre as aguas utilizadas são de boa qualidade afetando a capacidade das plantas de expressar seu máximo potencial produtivo. Diante disto, objetivou-se com o presente estudo avaliar o comportamento dos sais no solo sob condições naturais e irrigadas por águas residuárias da cidade de Campina Grande, PB durante o período de maio a julho de 2014. A pesquisa em campo foi realizada na propriedade Cajá que são abastecidas pelas águas do rio Bodocongó, destinada à produção de capim Mombaça, capim Tifton, Sorgo e Milho irrigados através de sistemas de irrigação como pivô, aspersão fixa, e inundação. Foram coletados três pontos distintos de amostras de solo nas profundidade de 10 cm, 30 cm, 60 cm, 75 cm, 90 cm. Sendo o primeiro na área irrigada por superficial o segundo área nativo na propriedade vizinha e o terceiro na área irrigada do pivô. O aumento do pH nas áreas irrigadas tornando os solos alcalinos, em relação a salinidade verificou-se um aumento significante nos solos irrigados em decorrência dessa própria irrigação com aguas salinas e o PSI teve um aumento em decorrer da profundidade em todas as cinco amostras. Behavior of salts content in soil profile with native vegetation and culture irrigatedAbstract: Soil salinization is a problem that has been growing throughout the world; especially in arid and semi-arid regions, and more aggravating because of low rainfall and high evaporation. Under these conditions the waters used are not always good quality affecting the ability of plants to express their full productive potential. In view of this, the aim of the present study was to evaluate the behavior of salts in the soil under natural conditions and irrigated by wastewater from the

  15. Qualidade do solo em sistemas de produção de hortaliças orgânico e convencional Soil quality in organic and conventional vegetables production systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro J Valarini

    2011-12-01

    Full Text Available Sendo o solo um dos principais pilares de sustentabilidade de todo sistema de produção, a análise integrada dos atributos edafobiológicos pode constituir-se em ferramenta importante para avaliar a qualidade do mesmo. O objetivo do trabalho foi avaliar a qualidade do solo em função das práticas agrícolas adotadas, mediante a análise integrada de atributos físicos, químicos e biológicos. A pesquisa foi realizada em 2006 e 2007 nas microrregiões de Ibiúna e Socorro, no estado de São Paulo, em pequenas propriedades familiares orgânicas e convencionais. Foram avaliados os atributos físicos, químicos e biológicos, mediante coletas de amostras de solos sob cultivo de hortaliças e em solos de mata ou pastagem. O levantamento de dados sobre as práticas agrícolas foi realizado em cada sistema de produção. Os dados obtidos foram submetidos à análise de componentes principais (ACP. A ACP identificou maior grau de similaridade entre os solos sob cultivo em Socorro e suas respectivas testemunhas que os solos de Ibiúna, nitidamente separados em função do seu uso (mata ou cultivo e indicando melhor manejo dos mesmos em Socorro. De maneira geral, concluiu-se que as práticas agrícolas utilizadas na maioria das propriedades orgânicas e convencionais favoreceram a degradação do solo, devida principalmente ao revolvimento intensivo e à ausência de cobertura do solo. Estes fatores provocaram redução dos teores de matéria orgânica do solo, da biomassa microbiana, da emergência de plântulas e da estabilidade de agregados nas áreas de cultivo em relação às áreas testemunhas.The soil is one of the most important sustainability columns of the production system. The integrated analysis of the edaphobiological attributes can be an important tool for soil quality evaluation. We evaluated the soil quality regarding the adopted agriculture practices, using the integrated analysis of physical, chemical and biological attributes

  16. Biodegradação de filmes de PP/PCL em solo e solo com chorume Study of biodegradation of PP/PCL films in soil and soil with leachate landfill

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana de Campos

    2010-01-01

    Full Text Available Filmes de blenda de poli(ε-caprolactona (PCL e polipropileno (PP foram obtidos por moldagem por compressão. O estudo da biodegradação de filmes de blendas de PP/PCL em solo e solo com chorume foi obtido pela evolução de CO2, perda de massa, ângulo de contato, microscopia eletrônica de varredura (MEV e calorimetria exploratória diferencial (DSC. As análises de evolução de CO2 mostraram que a biodegradação da blenda de PP/PCL em solo com chorume foi maior que a dos homopolímeros, sugerindo que os polímeros na blenda são mais suscetíveis à degradação, o que se deve à não interação entre PP e PCL. Os resultados também mostraram que os microrganismos do solo com chorume provocaram uma erosão superficial. Verificou-se que a biodegradação do PCL é inibida pelos microrganismos do chorume adicionados no solo.Blend films of polycaprolactone (PCL and polypropylene (PP have been obtained by melt-pressing of both components. The biodegradation of PP/PCL blend films in soil and soil with leachate landfill has been assessed with measurements of evolution of CO2, weight loss, contact angle, scanning electronic microscopy (SEM and differential scanning calorimetry (DSC. The respirometric tests showed that the PP/PCL biodegradation in the soil with leachate was higher than the homopolymers, suggesting that the polymers in the blend are more susceptible to biodegradation owing to the lack of interaction between PP and PCL. The results also showed that biodegradation due to microorganisms in the soil with leachate occurred by surface erosion. It was found that the PCL biodegradation is inhibited by the leachate microorganisms added in the soil.

  17. Efeito de níveis de água, coberturas do solo e condições ambientais na temperatura do solo e no cultivo de morangueiro em ambiente protegido e a céu aberto Effect of water levels, soil covers and enviroment in maximum soil temperature in strawberry crop in field and greenhouse

    OpenAIRE

    Regina C. de M. Pires; Marcos V. Folegatti; Mário J. Pedro Júnior; Emílio Sakai; Francisco A. Passos; Flávio B. Arruda; Rinaldo de O. Calheiros

    2004-01-01

    A temperatura do solo é um importante parâmetro no cultivo do morangueiro, pois interfere no desenvolvimento vegetativo, na sanidade e na produção. O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito de diferentes níveis de água, coberturas de canteiro em campo aberto e em ambiente protegido, na temperatura máxima do solo no cultivo do morangueiro. Foram realizados dois experimentos: um em cultivo protegido e outro a campo aberto, em Atibaia - SP, em esquema fatorial 2 x 3 (coberturas do sol...

  18. Avaliação de propriedades físicas em solos sob lavoura cafeeira nos municípios de Caratinga e Simonésia – MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo do Nascimento

    2009-12-01

    Full Text Available Para avaliar algumas propriedades físicas do solo sob diferentes tratamentos (sistemas de plantio e de produção da cultura de café, nos municípios de Caratinga e Simonésia amostras compostas de Latossolos Vermelho Amarelo (LVA e Vermelho Amarelo Húmico (LVAH, amostras compostas de solo foram coletadas nas profundidades de 0 a 30 cm e de 30 a 60 cm. Os sistemas de manejo estudados foram: adensado convencional, tradicional convencional e adensado orgânico. Amostras de cada solo sob remanescente florestal serviram de testemunha. Os dados foram organizados segundo o delineamento experimental inteiramente casualizado. Análises de variâncias foram realizadas pelo teste F e as médias foram testadas pelo teste Tukey. Nos solos avaliados não houve aumento significativo da densidade do solo nos sistemas cultivados. Os agroecossistemas no LVAH, na profundidade 0 a 30 cm, elevaram sua microporosidade em relação aos solos originais. Os LVAH são mais propensos à percolação de nutrientes que o LVA, em função da maior porosidade total. Mais agregados de maior diâmetro no LVAH é atribuída à maior quantidade de matéria orgânica nesses solos. Os tratamentos orgânicos favoreceram a presença de agregados maiores no solo e melhoraram sua estabilidade estrutural. Os agroecossistemas modificaram as propriedades originais dos solos, sendo, ambientalmente sustentáveis.

  19. Efeito protetor do benznidazol contra a reativação parasitária em pacientes cronicamente infectados pelo Trypanosoma cruzi e tratados com corticóide em virtude de afecções associadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rassi Anis

    1999-01-01

    Full Text Available Pacientes na fase crônica da doença de Chagas foram tratados com corticóide em virtude de afecções associadas e, a fim de tentar coibir reativação da infecção pelo Trypanosoma cruzi, houve administração do benznidazol, iniciada concomitantemente em um grupo de 12 pacientes, ou 15 dias após o começo do uso daquele medicamento em outro grupo de 6. Levando em conta o verificado em pesquisa anterior, quando corticóide de fato promoveu aumento da parasitemia, como ainda valorizando os resultados de xenodiagnóstico, pôde ser notado que o benznidazol mostrou-se apto a evitar a citada acentuação parasitária, podendo tal constatação ser útil em procedimentos assistenciais, quando estiverem presentes doença de Chagas e imunodepressão.

  20. Diversidade microbiana e biodegradação de hidrocarbonetos de petróleo em solos da ilha da trindade submetidos à bioestimulação

    OpenAIRE

    Camacho Montealegre, Celia Marcela

    2014-01-01

    Esse estudo analisou a diversidade microbiana de solos rizosféricos de duas espécies vegetais, Bulbostylis nesiotis (Hemsl.) C.B.Clarke e Cyperus atlanticus (Hemsl.), em dois tipos de solo (um franco-arenoso e um argiloso), provenientes de dois pontos de coleta da Ilha da Trindade - Brasil, durante um experimento de biorremediação em microcosmos. O experimento consistiu num fatorial com dois níveis (Presença/Ausência), dois fatores (Petróleo e Fertilização com NPK) e três repetições, num deli...

  1. Impactos da ocupação urbana na permeabilidade do solo: o caso de uma área de urbanização consolidada em Campina Grande - PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Azevedo Santos

    2017-07-01

    Full Text Available RESUMO A ocupação urbana intensa e não planejada acarreta problemas diretos à população. Um desses problemas é a diminuição do índice de permeabilidade do solo gerada pela pavimentação crescente que sempre acompanha o desenvolvimento urbano de uma região. Em consequência, o sistema de drenagem pode sofrer sobrecargas uma vez que a capacidade de infiltração do solo é alterada e a pavimentação aumenta a velocidade de escoamento e as vazões de pico. Este trabalho apresenta uma análise integrada da dinâmica do uso do solo ao longo de 32 anos e do comportamento do sistema de microdrenagem urbana para o cenário atual de ocupação dos bairros Catolé e Sandra Cavalcante, em Campina Grande (PB. Verifica-se a deficiência do sistema de microdrenagem em não acompanhar o acelerado crescimento da região, acarretando em pontos de alagamento que geram prejuízos e desconfortos à população em períodos de chuva mais concentrada.

  2. Propriedades físicas do solo e crescimento de raízes de milho em um argissolo vermelho sob tráfego controlado de máquinas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michael Mazurana

    2013-10-01

    Full Text Available O desempenho das funções do solo pode ser influenciado pela compactação imposta pelo manejo inadequado. Algumas propriedades físicas do solo são tomados como indicadores da presença de camadas compactadas, as quais podem interferir no desenvolvimento radicular de culturas. Práticas agrícolas, como o uso de plantas de cobertura, que melhoram as propriedades do solo, podem mitigar problemas relacionados à compactação. O objetivo deste trabalho foi avaliar propriedades físicas de solo e de plantas, estas cultivadas em condições controladas. Em um Argissolo Vermelho sob sistema plantio direto consolidado com dois manejos de cobertura de inverno (pousio e aveia + ervilhaca e tráfego controlado de máquinas [sem tráfego (ST, antes do tráfego (AT e depois do tráfego (DT], avaliaram-se a pressão de pré-consolidação, a resistência do solo à penetração, a densidade do solo, a porosidade e o diâmetro médio ponderado de agregados. Amostras indeformadas de solo das condições antes e depois do tráfego foram coletadas em vasos de PVC e acondicionadas em casa de vegetação, nos quais foram semeadas três sementes de milho, e cultivadas durante 25 dias sob diferentes condições de disponibilidade hídrica. Após esse período, determinaram-se a área foliar, massa verde e seca da parte aérea e massa úmida e seca das raízes de plantas de milho. A densidade do solo independentemente da camada avaliada não foi influenciada pela condição de cobertura do solo, mas sim pela condição de tráfego. Já a macroporosidade foi influenciada pelo tráfego no sistema pousio até 0,10 m, indicando ter esse sistema menor capacidade de suportar perturbações, comprovado pelos menores valores de pressão de pré-consolidação. A resistência do solo à penetração aumentou em profundidade, estando relacionada à maior densidade, menor macroporosidade e maior pressão de pré-consolidação. Sem restrição hídrica, o crescimento

  3. Padrão espaço-temporal da umidade volumétrica do solo em uma bacia hidrográfica com predominância de latossolos

    OpenAIRE

    Ávila,Léo Fernandes; Mello,Carlos Rogério de; Mello,José Márcio de; Silva,Antônio Marciano da

    2011-01-01

    A umidade volumétrica do solo possui alta variabilidade espacial e temporal devido à influência de vários fatores ambientais e de uso do solo. Desse modo, seu entendimento assume papel fundamental na modelagem dos processos que envolvem o escoamento superficial, a erosão do solo e o transporte de sedimentos. Nesse contexto, objetivou-se neste estudo avaliar o padrão espacial e temporal da umidade volumétrica na camada superficial do solo, nas diferentes estações do ano, em uma bacia hidrográf...

  4. Efeito de níveis de água, coberturas do solo e condições ambientais na temperatura do solo e no cultivo de morangueiro em ambiente protegido e a céu aberto Effect of water levels, soil covers and enviroment in maximum soil temperature in strawberry crop in field and greenhouse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina C. de M. Pires

    2004-12-01

    Full Text Available A temperatura do solo é um importante parâmetro no cultivo do morangueiro, pois interfere no desenvolvimento vegetativo, na sanidade e na produção. O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito de diferentes níveis de água, coberturas de canteiro em campo aberto e em ambiente protegido, na temperatura máxima do solo no cultivo do morangueiro. Foram realizados dois experimentos: um em cultivo protegido e outro a campo aberto, em Atibaia - SP, em esquema fatorial 2 x 3 (coberturas do solo e níveis de irrigação, em blocos ao acaso, com cinco repetições. As coberturas de solo utilizadas foram filmes de polietileno preto e transparente. A irrigação localizada foi aplicada por gotejo sempre que o potencial de água no solo atingisse -0,010 (N1, -0,035 (N2 e -0,070 (N3 MPa, em tensiômetros instalados a 10 cm de profundidade. A temperatura do solo foi avaliada por termógrafos, sendo os sensores instalados a 5 cm de profundidade. Houve influência do ambiente de cultivo, da cobertura do solo e dos níveis de irrigação na temperatura máxima do solo. A temperatura do solo sob diferentes coberturas dependeu não somente das características físicas do plástico, como também da forma de instalação no canteiro. A temperatura máxima do solo aumentou com a diminuição do potencial da água no solo, no momento da irrigação.The soil temperature is an important parameter in strawberry crop, because, it interferes in vegetative development, plant health conditions and yield. The aim of this work was to evaluate the effect of different water levels, soil covers in field conditions and greenhouse in maximum soil temperature in strawberry crop. Two experiments were accomplished, one in greenhouse and other in field conditions, at Atibaia - SP, Brazil. The experimental design was a factorial 2 x 3 (soil covers and water levels, with 5 repetitions. The soil covers were clear and black plastics. The trickle irrigation was applied

  5. Efeito do cultivo da soja na dinâmica da população bacteriana, em solos de cerrado Effects of soybean cultivation on the bacterial population dynamics in cerrado soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JOÃO CARLOS PEREIRA

    2000-06-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar a influência do cultivo da soja sobre a dinâmica da população bacteriana, em dois solos de Cerrado do Estado de São Paulo, originalmente cobertos com Paspalum notatum (em Barretos e Brachiaria decumbens (em S��o Carlos. Nesses solos, a densidade da população de bactérias em geral variou de 398,1 x 10³ a 467,7 x 10³ e de 123 x 10³ a 218,8 x 10³ ufc (unidades formadoras de colônias/g de solo seco, respectivamente. O cultivo da soja, em ambos os solos, resultou em incrementos variados nos números de ufc/g de solo seco da população de bactérias em geral, das resistentes aos antibióticos estreptomicina e cloranfenicol, e de actinomicetos. A população de actinomicetos ocorreu no solo principalmente como esporos, e as variações das relações esporos/hifas entre os solos não-rizosférico e rizosférico não foram significativas. Os resultados evidenciam que o cultivo da soja influenciou de forma diferenciada a população desses solos.The effect of soybean cultivation on the population dynamics of the bacterial community was evaluated in two "Cerrado" soils of São Paulo State, Brazil. The experimental areas, in the vicinities of the cities of São Carlos and Barretos, were previously cultivated, respectively, with Paspalum notatum and Brachiaria decumbens. The bacterial population densities in these soils varied from 398.1 x 10³ to 467.7 x 10³ cfu (colony forming units and from 123 x 10³ to 218.8 x 10³ cfu/g of dried soil, respectively, in São Carlos and Barretos soils. Soybean cultivation in both soils resulted in increments in the total bacterial population density, in the actinomycetes population, and in the bacterial population resistant to the antibiotics streptomycin and chloramphenicol. Actinomycetes were present in these soils mainly as spores. Soybean cultivation did not alter the actinomycetes spores/hyphae ratio when comparing rhizospheric and non-rhizospheric soils

  6. Efeito da adsorção de fosfato em parâmetros físicos e na compressibilidade de solos tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. B. Silva

    1999-06-01

    Full Text Available A elevada adsorção de fosfato em solos tropicais oxídicos altera o balanço de cargas nas superfícies das partículas e pode aumentar a dispersão. Conseqüentemente, isto pode influir na distribuição de tamanhos de poros, estabilidade de agregados e suscetibilidade à compactação. Para avaliar o efeito da adsorção de fosfato nas curvas de compressão e limites de consistência de solos, foram amostradas as camadas de 0-3 e 27-30 cm de um Latossolo Vermelho-Escuro (LE e de um Cambissolo (C, ambos de textura muito argilosa, na microrregião dos Campos da Mantiqueira (MG. Foi adicionada solução de fosfato à metade das amostras para atingir a sua capacidade máxima de adsorção. As pressões de preconsolidação foram obtidas a partir das curvas de compressão, que representam, graficamente, a densidade do solo em função do logarítmo da pressão aplicada. Os limites de liquidez, plasticidade e de contração foram também determinados para cada amostra com e sem fosfato. Os resultados mostraram um deslocamento das curvas de compressibilidade no sentido de menores pressões de preconsolidação, em função do aumento de umidade e adsorção de P. Esse deslocamento foi mais pronunciado nas amostras do Latossolo, principalmente na camada de 0-3 cm, mostrando redução na capacidade de suporte de cargas dos solos. A adsorção de fosfato também alterou os limites de consistência, reduzindo a amplitude da zona de friabilidade e, conseqüentemente, alterando a capacidade de trabalho e tráfego dos solos.

  7. Crescimento inicial de ervilha sob diferentes níveis de compactação em dois tipos de solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. L. Silva

    2015-12-01

    Full Text Available O manejo do solo pode alterar as propriedades físicas do solo, sendo de grande importância para garantir o estabelecimento de plântulas e produtividade. A inovação de implementos e máquinas agrícolas e excesso de tratos culturais durante o manejo são os principais fatores que interferem nestas características. Assim, objetivou-se avaliar o efeito da compactação de solos com diferentes classes texturais (argilosa e muito argilosa no crescimento inicial de ervilha. O experimento foi montado em casa de vegetação com sementes de ervilha Itapuã 600. Cada tratamento contou com 4 repetições de 50 sementes em diferentes graus de compactação dos solos, com aplicações três cargas sobre os solos que resultaram em: argiloso: controle: 0,21, T1: 0,26, T2: 0,28 e T3: 0,33 MPa, textura muito argilosa: controle: 0,40, T1: 0,42, T2: 0,46 e T3: 0,53 MPa. Foram avaliados a porcentagem de emergência, IVE, VE, comprimento de parte aérea e raiz, massa seca de parte aérea, raiz e massa seca total. Para as duas classes texturais a compactação teve influência sobre a massa seca da parte aérea no solo com textura argilosa e para IVE no solo com textura muito argilosa. Porém, ambos não tiveram relação direta com o nível de compactação.Initial growth of pea under different compaction levels of two types of soilsAbstract: Soil management can alter the physical properties of the soil, being of great importance to ensure adequate levels of crop productivity. The innovation of agricultural implements and machinery and excess cultural practices during handling are the main factors that affect these characteristics. The objective of this study was to evaluate the effect of compaction of soils with different texture classes (clay and heavy clay on the initial growth of pea. The experiment was conducted in a greenhouse at the Department of Fitotecnia at UFV. Itapuã 600 pea seeds were used. Each treatment consisted of 4 replicates of 50 seeds for

  8. Atividade microbiana em solo do semi-árido sob cultivo de Atriplex nummularia Microbial activity in a semiarid soil cultivated with Atriplex nummularia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sônia Valéria Pereira

    2004-08-01

    Full Text Available Métodos para avaliar a atividade microbiana no solo são fundamentais no monitoramento ambiental de áreas degradadas. O objetivo deste trabalho foi investigar a atividade microbiana de solo do semi-árido cultivado com Atriplex nummularia Lindl. em áreas que receberam rejeito salino durante um e três anos, em comparação com um solo nativo, sem cultivo e não irrigada. O solo cultivado por três anos e que recebeu rejeito salino apresentou, no período seco, valores de pH, CE e atividade de hidrólise do diacetato de fluoresceína (FDA superiores aos das demais áreas. No entanto, foi observada correlação negativa entre o carbono microbiano e os valores do quociente metabólico (qCO2. A biomassa microbiana e a fosfatase alcalina também foram superiores no solo cultivado por três anos e que recebeu rejeito salino em relação ao solo nativo sem irrigação, confirmando o desempenho de plantas halófitas na melhoria da qualidade do solo sob condições de estresse salino. O cultivo de A. nummularia constitui uma das alternativas para utilização de rejeito salino proveniente da dessalinização por osmose reversa.Methods used to estimate the soil microbial activity are important to environmental monitoring of degraded areas. The objective of this research was to investigate the microbial activity of a semiarid soil cultivated with Atriplex nummularia Lindl. in a field receiving saline waste during one and three years, in comparison with an area without crop and irrigation. Soil cultivated during three years presented, during the dry season, values of pH, CE, and activity of FDA hydrolyses higher than those registered in other areas. However, a negative correlation between the microbial carbon and values of qCO2 was observed. The microbial biomass and the alkaline phosphates were also higher in the three years cultivated soil, in comparison with the native soil, non irrigated, confirming the role of halophytes for enhancing quality of

  9. Calagem em solos de várzea e a disponibilidade de nutrientes na solução do solo após o alagamento Liming in lowland soils and nutrient availability in soil solution after flooding

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Souza da Silva

    2005-10-01

    Full Text Available A calagem do solo altera o pH e, conseqüentemente, influencia no processo de redução dos solos submetidos ao alagamento para o cultivo do arroz irrigado, alterando a disponibilidade de nutrientes na solução do solo. Entretanto, a recomendação de calcário para o arroz irrigado é variável, implicando em diferentes quantidades a aplicar, dependendo da situação. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a liberação de nutrientes para a solução do solo após o alagamento, em três solos de várzea com diferentes valores de pH, resultantes da aplicação de diferentes quantidades de calcário. Amostras de solos de várzea foram coletadas da camada de 0 a 20 cm em áreas de produção de arroz nos municípios de Cachoeirinha/RS (Gleissolo, Faxinal do Soturno (Planossolo 1 e Santa Maria (Planossolo 2, as quais foram misturadas com calcário para comporem os seguintes tratamentos: zero; ½ SMP e 1 SMP para pH 5,5 e 1 SMP para pH 6,0. Após 90 dias de incubação, as amostras foram acondicionadas em vasos plásticos com um dispositivo para coleta da solução do solo e alagadas. Aos 2, 8, 15, 22, 28, 42 e 56 dias de alagamento foram retiradas amostras da solução do solo e determinados os teores de Fe, Ca, Mg, K e P. Com os maiores valores de pH, diminuíram os teores de ferro na solução, aumentaram os de cálcio e magnésio e não afetaram os teores de fósforo e potássio. As concentrações dos nutrientes e as mudanças provocadas pela calagem foram diferentes nos três solos.Liming changes soil pH, reduction process and nutrient availability in flooded soils used for rice production. However, the lime requirement for rice production is variable, depending on the situation. The objective of the experiment was to evaluate the nutrient release to soil solution after flooding of three lowland soils with different pH values resulting from different lime application. Soils samples from 0 to 20 cm were collected in three places and

  10. Estabilidade temporal da distribuição espacial da umidade do solo em área irrigada por pivô central

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. C. A. Gonçalves

    1999-03-01

    Full Text Available A heterogeneidade do solo faz com que o armazenamento de água seja variável, sendo necessária uma amostragem intensa, para caracterizar a sua distribuição espacial em uma área irrigada. Para fins de manejo da irrigação, é importante o monitoramento da umidade do solo durante o processo de secagem entre duas irrigações sucessivas. O presente trabalho tem por objetivos avaliar a estabilidade temporal da distribuição espacial da umidade do solo, a correlação da umidade com conteúdo de argila e avaliar se há estrutura de dependência espacial dessas variáveis. Quanto mais estável for a distribuição espacial da umidade e mais estreita a correlação com a textura, menos intensas poderão ser as amostragens para fins de controle das irrigações. Em área irrigada por pivô central, no campus da ESALQ/USP, de solo Podzólico Vermelho-Escuro, a umidade foi medida em pontos espaçados de 2,83 m ao longo de uma transeção radial, nas profundidades de 0,15 e 0,30 m, por meio de uma sonda de nêutrons. O conteúdo de argila e a densidade global foram também medidos. As medidas foram feitas durante um período de secagem do solo. A estabilidade temporal das distribuições espaciais foi avaliada por meio do coeficiente de correlação e da técnica de diferenças relativas. Foi constatada a persistência no tempo das distribuições de umidade, sendo possível identificar pontos de amostragem cujos valores permitem estimar a média geral da umidade na área, a qualquer momento. A dependência espacial da umidade foi avaliada por meio de semivariogramas, os quais mostraram que mais de 50% da variação dos dados pode ser atribuída à variação estruturada no espaço, cujo padrão se mantém estável no tempo e varia com a profundidade. Na camada inferior, a correlação espacial entre umidade e conteúdo de argila é descrita por semivariograma cruzado com efeito pepita nulo. A estrutura de dependência espacial pode ser usada no

  11. CALIBRAÇÃO DE SENSOR ELETRÔNICO DE UMIDADE EM DIFERENTES TEXTURAS DE SOLO / ELECTRONIC MOISTURE SENSOR CALIBRATION IN DIFFERENT SOIL TEXTURES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Gava

    2016-06-01

    Full Text Available A acurácia das leituras de sensores de umidade depende da qualidade do aparelho, mas também de sua calibração. Esses sensores eletrônicos já vêm de fábrica com calibração, porém, sabe-se que esta varia com o tipo de solo. O objetivo desse trabalho foi calibrar o sensor da Falker, modelo Hidrofarm, em solo de textura arenosa e argilosa. Foram utilizadas colunas de PVC de 0,1 m de diâmetro por 0,3 m de altura, que inseridas no solo após saturação, permitiram coletar amostras indeformadas, sem a desagregação das mesmas. No laboratório, cada coluna recebeu uma sonda do equipamento. Após as amostras serem saturadas, iniciou-se o processo de secagem natural, mantidas em laboratório com temperatura constante, e realizadas frequentes medidas de umidade. Sempre que se fazia leituras com o aparelho, as colunas eram também pesadas, para determinação da umidade com base massa. Assim, com a densidade do solo obtida pela relação entre a massa e o volume da coluna, foi possível encontrar a umidade volumétrica e correlacionar com as leituras do aparelho. Foram ajustadas curvas de correlação entre as leituras obtidas pelos sensores e as respetivas medidas de umidade. O desvio de leitura do sensor para a medida real de umidade apresentou-se ser sistemático, sendo de -8% para o solo de textura argilosa e de -4% para o solo de textura arenosa.

  12. Ocorrência de corpos silicosos em horizontes superficiais de solos de diferentes ecossistemas Occurrence of silica bodies in surface horizons of soils in different ecosystems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liovando Marciano da Costa

    2010-06-01

    Full Text Available O entendimento dos processos que causam as diferentes distribuições de corpos silicosos no solo é essencial para a interpretação dos possíveis fatores ambientais responsáveis pela estabilidade deles, deposição de sedimentos, formação de paleossolos e para análise de sítios arqueológicos. Assim, a presente pesquisa objetivou identificar a ocorrência de corpos silicosos encontrados em horizontes superficiais de solos oriundos de diferentes ecossistemas terrestres. Amostras de horizonte superficial de 10 perfis de solo foram coletadas e queimadas em mufla, para remoção da matéria orgânica. Posteriormente, as amostras foram tratadas com HCl 10 cL L-1, para remoção das impurezas contidas na cinza. A fração silte foi obtida por sedimentação, usando o procedimento de análise granulométrica. A maior parte dos corpos silicosos em solos encontra-se na fração silte. Dessa fração, montaram-se lâminas, utilizando óleo de imersão tipo A para identificação dos corpos silicosos em microscópio óptico. A análise dos resultados permitiu observar a variedade de formas e abundância de corpos silicosos nos solos estudados, sendo mais abundantes e diversificados no solo desenvolvido de quartzito. Nos Latossolos, não houve diferença em abundância de fitólitos em relação aos solos dos biomas do Cerrado, Mata Atlântica e Caatinga.The understanding of the processes that cause the varied distribution of silica bodies in soils is essential for the interpretation of the possible environmental factors related to their stability, sediment deposition, paleosol formation and for the analysis of archaeological sites. Thus, this study had the objective of identifying and characterizing the silica bodies morphology from surface soil horizons collected at different terrestrial ecosystems. Samples of surface horizons were collected from 10 soil profiles and heated in a muffle furnace to remove organic matter. Thereafter the samples were

  13. VELOCIDADE AUTOSSELECIONADA E IDEAL DA CAMINHADA DE AMPUTADOS TRANSFEMORAIS: SOLO E ESTEIRA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Luísa Bona

    Full Text Available RESUMO Introdução: A velocidade de progressão é, em geral, determinada em pesquisas na área da locomoção. Objetivo: Comparar as medidas de velocidade autosselecionada no solo, na esteira rolante e a velocidade ideal estimada pelo número de Froude em sujeitos amputados transfemorais. Método: Primeiramente foi determinada a velocidade no solo; em seguida, realizou-se o teste na esteira, e a velocidade ideal foi estimada a partir dos dados antropométricos. Todos os sujeitos utilizavam joelho hidráulico e pé em fibra de carbono. Para comparação entre as velocidades foi realizada ANOVA de duas vias. Resultados: A velocidade autosselecionada na esteira foi menor (22% do que no solo. Tanto a velocidade autosselecionada na esteira como a do solo foram 44% e 22% menores do que a velocidade ideal estimada, respectivamente. Conclusão: As velocidades analisadas no presente estudo foram diferentes, provavelmente, devido à variação dos parâmetros cinemáticos.

  14. Desempenho de duas espécies de eucalipto em solo com elevados teores de Mn Performance of two eucalyptus species in soil with high levels of Mn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio O. L. Magalhães

    2012-01-01

    Full Text Available Atualmente, é considerável o interesse no desenvolvimento de estratégias que sejam eficientes e duráveis na remediação de solos contaminados com metais pesados. Objetivou-se, com este trabalho, avaliar o desenvolvimento de duas espécies Eucalyptus urophylla e Eucalyptus saligna, cultivadas em substrato contaminado com Mn coletado em área próxima ao Porto de Itaguaí e ao local de disposição de resíduo perigoso da Cia Mercantil e Industrial Ingá em Itaguaí, RJ. O substrato foi tratado com dois resíduos industriais, um com característica alcalina (escória de aciaria e outro com alto teor de óxido de ferro (carepa de laminação. Verificou se que o substrato não tratado apresentava alto teor de Mn nas frações fitodisponíveis, valores esses tóxicos para as espécies estudadas. Os tratamentos causaram redução nas concentrações de Mn em solução e trocável (frações fitodisponiveis e aumento nas fases mais estáveis. A menor dose de Escória de Aciaria foi suficiente para que ocorresse diminuição nas concentrações de Mn em solução, sendo este efeito evidenciado pelo desenvolvimento das plantas e na maior dose de Escória de Aciaria o crescimento das espécies estudadas foi maior. O Eucalyptus urophylla apresentou maior desenvolvimento e maior extração deste elemento.Currently, there is considerable interest in developing strategies that are efficient and durable in the remediation of soils contaminated with heavy metals. This study aimed to evaluate the development of Eucalyptus urophylla and Eucalyptus saligna grown in contaminated substrate with Mn collected in the area near the Port of Itaguaí and location of disposal of hazardous waste of Cia Mercantil and Industrial Inga in Itaguaí. The substrate was treated with two industrial waste, with a characteristic alkaline (slag of melt shop and another with high content of iron oxide (lamination of scale. It was found that the untreated substrate, had a high

  15. Dispersão de argila em microagregados de solo incubado com calcário Clay dispersion in microaggregates of soil incubated with limestone

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Tulio Spera

    2008-12-01

    Full Text Available A compactação do solo restringe o rendimento de culturas de grãos. Dentre outros fatores, a calagem pode favorecer a dispersão de microagregados e a formação de camadas compactadas. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos do calcário e da esterilização em atributos físicos e químicos do solo relacionados com a compactação do solo. O experimento foi efetuado em colunas de PVC, em casa de vegetação, durante 18 meses. Amostras esterilizadas e não esterilizadas de um Latossolo Vermelho distrófico foram incubadas com doses equivalentes a 0, 1,9, 3,8, 5,7, 7,6 e 15,2 Mg ha-1. Após 18 meses, foram avaliados a macro e microporosidade, a densidade do solo, teor de argila dispersa, a condutividade hidráulica saturada, o pH e os teores de Al, Ca e Mg trocáveis e de matéria orgânica do solo. A calagem aumentou a densidade do solo, o teor de argila dispersa em água, o pH e os teores de Ca2+ e Mg2+ trocáveis, e decresceu a micro e macroporosidade, a condutividade hidráulica saturada, os teores de matéria orgânica e de Al trocável. O aumento de pH e a redução da condutividade hidráulica saturada foram maiores no solo esterilizado. Os efeitos da calagem foram mais pronunciados na quantidade correspondente a 3,8 Mg ha-1. A esterilização aumentou o valor do pH em água e reduziu os teores de matéria orgânica e de Ca2+, além da condutividade hidráulica saturada. A dispersão de microagregados pela calagem pode, em parte, contribuir para a compactação do solo.Soil compaction limits grain yields. Among others factors, soil amendment with agricultural lime can contribute to micro-aggregate dispersion and the formation of compacted layers. The objective of this study was to evaluate the effect of lime on soil physical attributes related to soil compaction. The experiment was carried out in PVC columns, in a glass house, during 18 months. Sterilized and non-sterilized samples of a dystrophic Red Latosol (Hapludox were

  16. Mudanças na estrutura do solo avaliada com uso de tomografia computadorizada.

    OpenAIRE

    PIRES, L. F.; BACCHI, O. O. S.

    2010-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar, em escala milimétrica, a modificação da densidade e da porosidade de amostras deformadas de solo submetidas a ciclos de umedecimento e secamento (U-S), por meio da tomografia computadorizada de raios gama. Amostras com 98,1 cm³ foram preparadas procedendo ao peneiramento do solo em malha de 2 mm e acondicionamento de forma homogênea em tubos de PVC. As amostras de solo foram submetidas a um, dois e três ciclos de U-S. As amostras controle não foram subme...

  17. Fluxo de massa e difusão de enxofre para raízes de milho em solos ácidos de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. J. Silva

    1998-03-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a contribuição do fluxo de massa e da difusão no transporte de enxofre à superfície das raízes de milho, desenvolveu-se um ensaio em casa de vegetação, entre dezembro de 1991 e janeiro de 1992, utilizando-se amostras superficiais (0-20 cm de três solos ácidos dos municípios mineiros de Viçosa, Paracatu e Lassance. Essas amostras apresentavam, respectivamente, 5,0, 1,2 e 1,4 mg dm-3 de S disponível, obtidos pelo extrator Ca(H2PO42, 500 mg L-1 de P em HOAc 2 mol L-1. O experimento correspondeu a um fatorial 3 x 5, sendo três solos e cinco doses de enxofre (0, 20, 40, 80 e 160 mg dm-3, estando os tratamentos dispostos em blocos casualizados, com quatro repetições. A umidade, controlada pelo uso de um tensiômetro por vaso, foi mantida próxima a -10 kPa durante todo o ensaio. Colhido o experimento, determinaram-se as concentrações de enxofre na planta e na solução do solo. A contribuição do fluxo de massa foi determinada, multiplicando-se a concentração de enxofre no extrato da pasta de saturação pelo volume de água transpirada pela planta. O enxofre transportado por difusão foi calculado, subtraindo-se do enxofre total acumulado na planta o valor correspondente ao enxofre transportado por fluxo de massa. O fluxo de massa foi o principal mecanismo de transporte de enxofre para a superfície radicular do milho. Quando a concentração de enxofre na solução do solo foi alta, esse mecanismo supriu quantidades de enxofre superiores às absorvidas pela planta. A contribuição da difusão para o suprimento de enxofre ocorreu, apenas, em baixa concentração desse nutriente na solução do solo.

  18. Mineralogia e fontes de potássio em solos no Rio Grande do Sul cultivados com arroz irrigado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. M. Castilhos

    2002-09-01

    Full Text Available Estudos desenvolvidos com arroz irrigado por inundação no estado do Rio Grande do Sul têm evidenciado ausência de resposta desta cultura à adubação potássica, mesmo em solos com baixo teor de potássio disponível. Este trabalho objetivou verificar a contribuição da mineralogia destes solos como fonte potencial de potássio para a cultura do arroz. Para tal, selecionaram-se quatro solos representativos das zonas orizícolas do estado do Rio Grande do Sul (Planossolo Hidromórfico, Planossolo Háplico, Gleissolo Háplico e Chernossolo Ebânico cultivados com arroz irrigado. Estes solos apresentam baixos teores de potássio trocável e não apresentam respostas à adubação potássica. Nas amostras dos horizontes A e B dos quatro solos, foram analisadas a granulometria e a composição química. A mineralogia das frações areia, silte e argila foi identificada por difratometria de raios-X. Os principais minerais fontes de potássio foram os seguintes: na fração areia, feldspatos e micas; nas frações silte e argila, feldspatos, micas, esmectitas e esmectitas com hidróxi-alumínio entrecamadas. A quantidade de potássio total, nas frações granulométricas, diferiu entre os solos. As frações silte e argila apresentaram os maiores teores de K-total, exceto para o Planossolo Háplico, que revelou maior reserva de potássio na fração areia. A ausência, ou a baixa resposta, à adubação potássica na cultura do arroz irrigado nesses quatro solos pode ser explicada pelos minerais fontes de potássio que ocorrem nesses solos.

  19. Transporte do paclobutrazol em colunas de solos Paclobutrazol transport in soil columns

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Lúcia Milfont

    2008-10-01

    Full Text Available O paclobutrazol (PBZ é um regulador de crescimento utilizado em sistemas agrícolas com o propósito de controlar o crescimento vegetativo, estimulando a capacidade reprodutiva das plantas. Esse regulador de crescimento permanece ativo no solo por muito tempo, e sua meia-vida varia com o tipo de solo e as condições climáticas, podendo afetar severamente o desenvolvimento dos cultivos subseqüentes e, por lixiviação, contaminar os aqüíferos. Este trabalho teve como objetivo estudar os mecanismos envolvidos no transporte e na sorção do PBZ em colunas, utilizando amostras de um Argissolo Amarelo eutrófico e de um Vertissolo Háplico órtico, ambos da região do Vale do Rio São Francisco. Os ensaios de deslocamento miscível do traçador (solução de KBr e do paclobutrazol foram realizados considerando duas vazões (0,4 e 1,6 cm³ min-1 para ambos os solos. As variáveis hidrodispersivas foram obtidas pelo ajuste do modelo convecção dispersão (CDE às curvas de eluição experimentais do KBr, e as variáveis do modelo CDE-2 sítios de sorção, às curvas de eluição experimentais do PBZ por intermédio do programa CXTFIT 2.0. O paclobutrazol foi mais facilmente transportado no Vertissolo Háplico que no Argissolo Amarelo. A taxa de recuperação foi menor para a menor vazão para ambos os solos. A quantidade de PBZ não recuperada pode ser atribuída, sobretudo, à histerese no processo de sorção irreversível. O modelo CDE a dois sítios de sorção representa adequadamente os dados experimentais das curvas de eluição do paclobutrazol. Os resultados obtidos evidenciam que o paclobutrazol, utilizado em pomares com manga irrigada cujos solos são o Argissolo Amarelo e o Vertissolo Háplico, oferece risco real de contaminação das águas subterrâneas da região.Paclobutrazol (PBZ is a post-emergence plant growth regulator used in agricultural systems with the objective of vegetative control growth, thereby increasing the

  20. Integrando SIG e USLE para mapeamento da perda de solo em área de proteção ambiental

    OpenAIRE

    Fernando Jorge Corrêa Magalhães Filho; Fabio Martins Ayres; Teodorico Alves Sobrinho

    2014-01-01

    O uso de geotecnologias no planejamento ambiental tem sido instrumento amplamente utilizado. Nesse estudo utilizou-se de um Sistema de Informações Geográficas (SIG) e da Linguagem Espacial para Geoprocessamento Algébrico (LEGAL) para o processamento da Equação Universal de Perda de Solos (USLE), para avaliação dos processos erosivos em área de proteção ambiental. Embora a USLE tenha o objetivo quantitativo de estimar a perda anual média de solo por erosão hídrica, o trabalho utilizou-se de da...

  1. Uso de resíduos de gesso como corretivo em solo salino-sódico

    OpenAIRE

    Santos, Paulo Medeiros dos; Rolim, Mario Monteiro; Duarte, Anamaria Sousa; Barros, Maria de Fátima Cavalcanti; Silva, Ênio Farias de França e

    2014-01-01

    Um dos grandes problemas enfrentados pelo setor da construção civil é a destinação final de resíduos, principalmente os resíduos de gesso, que têm sua aptidão para reciclagem restringida. No entanto, tais resíduos possuem altos teores de cálcio, em sua composição, podendo ser uma alternativa ao uso de gesso de jazida, na recuperação de solos salino-sódicos. Esta pesquisa objetivou avaliar a eficiência do uso de resíduos de gesso provenientes da construção civil, em relação ao gesso de jazida,...

  2. Funcionalidades ambientais de solos altomontanos na Serra da Igreja, Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Bergamini Scheer

    2011-08-01

    Full Text Available Apesar de ainda existirem ecossistemas altomontanos no Paraná em excelente estado de conservação, iminentes ameaças antrópicas e a fragilidade desses ambientes têm sido motivos de preocupação. Este trabalho teve os seguintes objetivos: caracterizar solos de área representativa dos campos e florestas altomontanas ocorrentes na Serra da Igreja; apontar quais os possíveis fatores pedológicos que resultam nessas diferentes fitotipias; e caracterizar algumas das suas funcionalidades ambientais (estoque de C e de água. Os principais solos encontrados nos campos foram Organossolos Fólicos fíbricos/sápricos (líticos e típicos e Organossolos Háplicos fíbricos/sápricos (típicos e térricos e, nas florestas altomontanas, Gleissolos Háplicos alíticos típicos. Ambas as classes são de solos distróficos, extremamente ácidos, com alta saturação por Al trocável e altos teores de C orgânico total. A distribuição das florestas altomontanas está fortemente controlada por vales e colos de cumeeiras, os quais estão sujeitos a processos morfogenéticos que resultam em solos com horizontes minerais. Já os campos estão estabelecidos em topos, onde processos pedogenéticos promoveram espessamento de horizontes hísticos, os quais, em função de suas características intrínsecas, aliadas aos fortes ventos, parecem conter com sucesso o avanço da floresta sobre o campo. Os estoques de C por unidade de área nos solos dos campos são superiores aos dos solos das florestas altomontanas, sendo ambos considerados altos quando comparados aos dados de outros ecossistemas, sendo duas a três vezes maiores do que os encontrados em solos de ecossistemas de altitudes mais baixas na mesma latitude. Também foi constatada alta capacidade de retenção hídrica devido à porosidade total verificada nos horizontes hísticos, os quais têm o potencial de reter em média 12 vezes seu volume em água.

  3. Formas de fósforo em solos de várzea e biodisponibilidade para o feijoeiro Phosphorus forms in lowland soils and bioavailability to bean plants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Arnaldo Fernandes

    2002-03-01

    Full Text Available Realizou-se um experimento em casa de vegetação do Departamento de Ciência do Solo da Universidade Federal de Lavras, com o objetivo de verificar a influência da aplicação de calcário e de P em algumas formas de P em quatro solos de várzea cultivados com feijoeiro. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4 x 5 x 2, com quatro repetições, a saber: quatro solos [Glei Húmico (GH, Glei Pouco Húmico (GP, Aluvial (A e Orgânico (O], cinco doses de P (75, 150, 300, 500 e 800 mg dm-3 de P e dois níveis de calagem (sem e com. Os solos foram incubados em vasos, por 30 dias, com as respectivas doses de calcário, e por mais 150 dias, com as doses de P. No final desse período, foram coletadas amostras de solo para o fracionamento de P, e o restante foi cultivado com feijoeiro. Cada parcela foi constituída por um vaso com 3 dm³, em que foram cultivadas duas plantas até o final do ciclo. A calagem e a adubação fosfatada influenciaram as formas de P de maneira distinta nos solos de várzea estudados; exceto no solo Glei Pouco Húmico, as formas de P lábil, tanto na ausência quanto na presença de calagem, tiveram pouca participação no P total dos solos. Na presença da calagem, o P lábil foi a forma de P preferencialmente absorvida pelas plantas de feijoeiro.An experiment was carried out in greenhouse of the Soil Science Department of the Universidade Federal de Lavras, State of Minas Gerais, Brazil, with the objective of verifying the influence of application of limestone and phosphorus on some forms of soil P in four lowland soils cultivated with bean plants. The experimental design utilized was a completely randomized in 4 x 5 x 2 factorial scheme, with four replications, that means: four soils [Gley Humic (GH, Bog Soil (O, Alluvial (A and Low Humic Gley (GP], five doses of P (75, 150, 300, 500 and 800 mg dm-3 of P and two levels of liming (without and with. The soils were incubated

  4. Educação em solos: princípios, teoria e métodos Soil education: principles, theory and methods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristine Carole Muggler

    2006-08-01

    Full Text Available O solo é um componente essencial do meio ambiente, cuja importância é normalmente desconsiderada e pouco valorizada. Assim, é necessário que se desenvolva uma "consciência pedológica", a partir de um processo educativo que privilegie uma concepção de sustentabilidade na relação homem-natureza. Existem múltiplas formas, tempos e espaços de promover a educação para o meio ambiente a partir de uma abordagem pedológica; esse conjunto de conteúdos e métodos constituem a Educação em Solos, que é indissociável da Educação Ambiental. A Educação em Solos tem como principal objetivo trazer o significado da importância do solo à vida das pessoas e, portanto, da necessidade da sua conservação e do seu uso e ocupação sustentáveis. Assim como a Educação Ambiental, a Educação em Solos coloca-se como um processo de formação que, em si, precisa ser dinâmico, permanente e participativo. Nessa perspectiva, foi criado o Programa de Educação em Solos e Meio Ambiente (PES junto ao Museu de Ciências da Terra do Departamento de Solos da UFV, que atua na educação formal e não-formal na região de Viçosa. A base teórico-metodológica da prática pedagógica do PES baseia-se no construtivismo e nas idéias de Paulo Freire, utilizando-se a abordagem holística, os métodos participativos e a prática da pedagogia de projetos. A perspectiva Construtivista-Freiriana promove uma abordagem dos temas pedológico-ambientais com base não apenas na simples transmissão do conhecimento, mas também da investigação, da experimentação e do resgate e valorização do conhecimento prévio das pessoas. A abordagem de aspectos que são familiares e conhecidos das pessoas, possibilitando uma aprendizagem significativa, embute em si um grande potencial para consolidar mudanças de valores e atitudes, ou seja, para efetivar uma consciência ambiental/planetária.The importance of soils in the environment is frequently overlooked and

  5. Influência da densidade do solo no desenvolvimento inicial do pinhão-manso cultivado em Latossolo Vermelho eutroférrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Ohland

    2014-10-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar a influência da densidade do solo no desenvolvimento inicial da cultura do pinhão-manso. O experimento foi realizado em vasos de 10,6 dm³, em casa de vegetação. O solo utilizado foi o Latossolo Vermelho eutroférrico de textura argilosa, coletado em Marechal Cândido Rondon - PR. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, composto por cinco níveis de densidade do solo (1,08; 1,22; 1,36; 1,50 e 1,64 kg dm-3, com quatro repetições. Após 120 dias da emergência das plantas, foram efetuadas as avaliações biométricas e as relativas ao do tecido vegetal. Houve redução de 25% da altura das plantas, na densidade de 1,64 kg dm-3, quando,comparada com a da densidade de 1,08 kg dm-3. Para o comprimento radicular, a redução foi de aproximadamente 24 , 35 , 54 e 66 % para as densidades de 1,22; 1,36; 1,50 e 1,64 kg dm-3 respectivamente, quando comparadas com o da densidade de 1,08 kg dm-3. A limitação do desenvolvimento da parte aérea ocorreu a partir da densidade estimada de 1,26 kg dm-3, com redução do número de folhas, da área foliar e da produção de matéria seca da parte aérea. O desenvolvimento do sistema radicular e o conteúdo de P e K nas plantas de pinhão-manso reduziram-se linearmente com o aumento da densidade do solo.

  6. Interferência de ferro na dosagem de boro no solo com azometina-H em soluções extratoras ácidas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferreira Gilvan Barbosa

    2002-01-01

    Full Text Available A busca de métodos que permitam a extração do boro para avaliação da fertilidade do solo para a recomendação de adubação é importante, devido aos baixos teores de boro e aos altos teores de Fe na maioria dos solos brasileiros. A extração com água quente, método-referência, é trabalhosa e apresenta dificuldades operacionais. Por outro lado, soluções de CaCl2 5 mmol/L e BaCl2.2H2O 5 mmol/L são usadas com sucesso. O objetivo deste trabalho foi testar a eficiência do ácido tioglicólico na eliminação da interferência do Fe na dosagem de B do solo com azometina-H, após extrações com soluções ácidas de Mehlich-1 e HCl (50 e 100 mmol/L. Dosagem com azometina-H, com e sem ácido tioglicólico, foram feitas para oito solos de Minas Gerais e dois solos do Mato Grosso do Sul. Foi utilizada como referência, a extração com BaCl2.2H2O 5 mmol/L, com aquecimento em forno de microondas e dosagem com azometina-H; a determinação de B com azometina-H em extratos originados de soluções ácidas sofre forte interferência do Fe. A adição do ácido tioglicólico não remove esta interferência. A coloração do complexo B-azometina-H fica menos estável com a adição do ácido tioglicólico na dosagem do boro.

  7. Produção de biomassa e acúmulo de nutrientes em plantas de cobertura sob diferentes sistemas de preparo do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Kempim Pittelkow

    2012-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a produção de biomassa seca e o acúmulo de nutrientes de plantas de cobertura em diferentes sistemas de preparo do solo. O experimento foi instalado após a colheita da soja precoce sobre um Latossolo Vermelho em Sorriso, MT. O delineamento experimental adotado foi em blocos casualizados, no esquema de parcelas subdivididas, com três repetições. As parcelas foram constituídas pelas plantas de cobertura (milheto, crotalária, braquiária, sorgo e amaranto e as subparcelas pelos sistemas de preparo do solo (sistema de plantio direto, sistema de cultivo mínimo e sistema de preparo convencional. No final do ciclo de cada planta de cobertura realizou-se uma amostragem, para estimar a produção de biomassa e de produção de grãos, através de um quadro amostral de 50 cm de lado, disposto de forma aleatória dentro de cada subparcela. Foram avaliadas as concentrações de macro e micronutrientes nas plantas de cobertura e os acúmulos foram determinados por meio da multiplicação da produção de biomassa seca pelo teor do nutriente. A produção de biomassa seca pelas plantas de cobertura não foi influenciada pelos sistemas de preparo do solo. A braquiária apresentou os maiores acúmulos de macro e micronutrientes e a menor relação C/N. O acúmulo de cálcio é influenciado pelos sistemas de preparo do solo.

  8. AVALIAÇÃO POPULACIONAL DE OLIGOQUETAS E CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DO SOLO EM DIFERENTES SISTEMAS DE CULTIVO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everton Luis Krabbe

    1993-04-01

    Full Text Available O presente trabalho foi realizado em Teutônia, RS, em 1990, em solo da classe Terra Roxa Estruturada (Paleudult. Consistiu de quatro áreas submetidas a diferentes sistemas de cultivo (plantio direto, convencional e mata natural, onde foram enumeradas e identificadas as oligoquetas, além da determinação da distribuição de agregados estáveis em água, em cada uma das estações do ano. O diâmetro médio geométrico (DMG dos agregados estáveis em água foi maior nas áreas sob mata e plantio direto. A distribuição dos agregados estáveis em água, para os diferentes sistemas de cultivo, bem como nas estações do ano, apresentou pouca variação. As maiores populações de oligoquetas ocorreram nas áreas com plantio direto. A maioria dos indivíduos encontrados pertencia ao gênero Pheretima.

  9. Estudo de impactos ambientais em solos: o caso da reciclagem de baterias automotivas usadas, tipo chumbo-ácido

    OpenAIRE

    Fernandes, Josely Dantas; Dantas, Edilma Rodrigues Bento; Barbosa, Juliana Nóbrega; Barbosa, Edimar Alves

    2011-01-01

    A ocorrência de solos contaminados com o elemento chumbo está se tornando cada vez mais comum. Ele é, essencialmente, um contaminante ambiental e suas concentrações no meio ambiente vem aumentando de acordo com a aplicação sempre crescente em diversos produtos industriais necessários à sociedade moderna. Hoje, usa-se o chumbo, por exemplo, na fabricação de canos, em revestimentos de cabos elétricos, de chapas para pias, cisternas e telhados e, principalmente, na indústria de baterias automoti...

  10. Soil methane oxidation in a long-term no-tillage system in Southern BrazilOxidação de metano em solo a longo prazo sob plantio direto no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cimélio Bayer

    2013-09-01

    Full Text Available Conservation management systems are usually suggested as alternative to restore the soil methane (CH4 oxidation capacity of degraded soils; however, little information is available on tropical and subtropical soils. Our objective was to evaluate the long-term (19 years effect of no-tillage (NT versus conventional tillage (CT management systems on CH4 fluxes in a formerly degraded Acrisol in Southern Brazil. Annual CH4 fluxes of two cropping systems [O/M-black oat (Avena strigosa/maize and V/M-vetch (Vigna sativa/maize] were measured in NT and CT soils. Static chambers were used for air sampling, while chromatography was used for CH4 analysis. Analysis of the historical dataset at this experimental site indicated improvements in soil quality under the NT system, especially in legume-based cropping system (V/M that exhibited the highest annual biomass input. CH4 fluxes ranged from −42 ± 2 to 38 ± 16 μg C m-2 h-1, and annual CH4 emissions ranged from −825 ± 117 (CT V/M to 453 ± 185 g C ha-1 (NT O/M. Thus, the annual CH4 oxidation capacity of the soil was not related to the soil quality produced by the soil management systems. On the basis of our results and published literature, we postulate that conservation management systems improve the methane oxidation and soil quality in distinct soil layers, which result in a slow effect of these management systems on the methane oxidation capacity. Sistemas conservacionistas de manejo de solo são considerados usualmente uma alternativa para restaurar a capacidade de solos agrícolas degradados em oxidar metano (CH4, mas escassa informação é disponível para solos tropicais e subtropicais. O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito de longo prazo (19 anos do plantio direto (PD nos fluxos de CH4 em um Argissolo Vermelho (Classificação Brasileira degradado da região Sul do Brasil, em comparação ao preparo convencional (PC. Fluxos anuais de CH4 do solo foram avaliados nos sistemas PD e

  11. Rendimento de maxixe em solo arenoso em função de doses de esterco bovino e biofertilizante

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ademar P. de Oliveira

    2014-11-01

    Full Text Available Este trabalho foi realizado na Universidade Federal da Paraíba, Areia, PB, entre janeiro a junho de 2013, com o objetivo de avaliar a produtividade de frutos de maxixe adubado com esterco bovino e biofertilizante, em delineamento experimental de blocos casualizados em esquema fatorial 5 x 2, com os fatores cinco doses de esterco bovino (0, 15, 30, 45 e 60 t ha-1 e presença e ausência de biofertilizante no solo. As doses de 26,3 e 27,7 t ha-1 de esterco bovino foram responsáveis pelas máximas produtividades comerciais de frutos de maxixe de 12,4 e 10,0 t ha-1, respectivamente, com e sem biofertilizante. A dose de esterco responsável pela máxima produção de frutos na presença do biofertilizante se correlacionou com 18,6 g dm-3 de matéria orgânica residual no solo enquanto que na ausência do biofertilizante a correlação foi 20,0 g dm-3. Os teores máximos de N, P e K foliar no maxixeiro foram de 46,4, 3,7 e 26,0 g kg-1 com as doses de 60,0, 29,6 e 60,0 t ha-1 de esterco bovino com biofertilizante, respectivamente. Para os tratamentos que não receberam biofertilizantes os teores de N, P e K foliar foram de 40,0, 3,0 e 20,0 g kg-1, com as doses de 60,0, 29,6 e 60,0 t ha-1 de esterco bovino, respectivamente.

  12. Avaliação de três áreas de solo construído após mineração de carvão a céu aberto em Lauro Müller, Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Campos M. L.

    2003-01-01

    Full Text Available Em solos construídos após mineração de carvão, a contaminação das camadas superficiais com pirita provoca intensa acidificação do solo, acelera a intemperização de minerais, eleva os teores de Al e Mn e aumenta a lixiviação de bases. O presente trabalho avaliou características químicas, teor de argila e mineralogia, bem como a variabilidade espacial para algumas dessas características em três áreas de solos construídos após mineração de carvão a céu aberto no município de Lauro Müller, Santa Catarina. As três áreas selecionadas apresentavam diferenças no modo de construção topográfico. A primeira, denominada Mina Juliana (MJ, foi construída em 1996, utilizando material (sólum, regolito argiloso e rocha que foi separado e estocado antes da mineração, conforme previsto no plano de reabilitação. A segunda, denominada Mina do Apertado (MA, foi construída, em 1996, usando, como material de cobertura, o sólum proveniente do decapeamento de um morro adjacente à área. A terceira área, denominada Mina Rio do Meio (MRM, sofreu apenas construção topográfica em 1983, com mistura de resíduos de pirita de carvão e rochas de várias camadas. Amostras de solo foram coletadas em sistema de grade de pontos, em três profundidades, sendo analisados o pH em água, teores de Ca, Mg, K e Al trocáveis, H + Al e condutividade elétrica. Em amostras selecionadas, analisaram-se alguns metais pesados e a mineralogia da fração argila. Análises efetuadas em dois perfis de solo representativos das condições anteriores à mineração foram utilizados, para comparação. Todas as áreas apresentaram grande dispersão de valores para características químicas e teor de argila dos solos entre os pontos amostrados. O processo de construção do solo que resultou em maior uniformidade destas características e melhores condições para o estabelecimento de espécies vegetais foi o da área MJ. O solo da área MA, graças

  13. Agregação, carbono e nitrogênio em agregados do solo sob plantio direto com integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arcângelo Loss

    2011-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a estabilidade dos agregados, o conteúdo de matéria orgânica leve do solo (MOL, a distribuição dos teores de carbono orgânico total (COT e nitrogênio (N e a abundância natural de 13C e 15N dos agregados de um Latossolo Vermelho argiloso sob sistema plantio direto (SPD com integração lavoura-pecuária (ILP, em comparação à uma área em SPD sem ILP e uma área de Cerrado natural em Montividiu, GO. Foram coletadas amostras de solo nas camadas de 0-5 e 5-10 cm, em delineamento inteiramente casualizado. Foram avaliados distribuição da massa dos agregados, diâmetro médio ponderado (DMP, diâmetro médio geométrico (DMG e MOL, e foram quantificados os teores de COT, N, δ13C e δ15N dos agregados. A área de Cerrado apresentou os maiores valores de DMP, DMG e MOL. O SPD-ILP apresentou valores maiores de DMP, DMG, COT, N e MOL na camada 5-10 cm do que o SPD, sem braquiária. O SPD-ILP promoveu aumentos nos índices de agregação do solo (0-5 e 5-10 cm, nos teores de MOL (5-10 cm, COT e N (0-5 cm e na formação de agregados estáveis em água (5-10 cm, em comparação ao SPD, sem braquiária.

  14. Micorrizas arbusculares no crescimento pós-transplantio de mudas de árvores em solo com excesso de metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. O. Siqueira

    1999-09-01

    Full Text Available Os efeitos adversos dos metais pesados para as diversas formas de vida dificultam a recuperação de solos contaminados por estes elementos. Neste trabalho, avaliaram-se os efeitos da inoculação com fungos micorrízicos arbusculares no crescimento e absorção de metais de mudas de cinco espécies arbóreas, transplantadas para misturas que continham diferentes proporções de um solo contaminado (PSC. Mudas de Senna multijuga (L.C. Rich. Irwin et Barneby (cássia verrugosa, Luehea grandiflora Mart. et Zucc. (açoita-cavalo, Enterolobium contortisiliquum (Vell. Morong (tamboril, Albizia lebbeck (L. Benth. (albizia e Senna macranthera (Collard. Irwin et Barneby (fedegoso, inoculadas e sem inoculação, foram transplantadas para as misturas de solos e desenvolvidas por 180 dias, no período de abril a novembro de 1996, em vasos, em casa de vegetação do Departamento de Ciência do Solo da UFLA, Lavras (MG. Verificou-se que a elevação na PSC na mistura reduziu o desenvolvimento das mudas e a colonização micorrízica (CM, sendo isto causado pela elevada absorção de metais pelas plantas, especiamente, de Cd e Zn. A inoculação favoreceu o crescimento das mudas após transplantio, sendo esse efeito mais evidente nas misturas de solo com baixa PSC. A CM foi reduzida de 70 a 90% no solo não contaminado para valores próximos de zero na mistura com alta PSC. Os níveis críticos de toxidez (redução de 10% na matéria seca das plantas inoculadas dos metais no solo foram, em mg dm-3, de 83, 57, 153, 256 e 16, para o Zn, e de 1,3; 0,9; 0,8; 4,0 e 1,6, para Cd, para açoita-cavalo, cássia verrugosa, fedegoso, tamboril e albizia, respectivamente. Observando esses níveis críticos, as plantas não inoculadas apresentaram produção de matéria seca relativa, média para todas as espécies, de apenas 39%, evidenciando os benefícios da inoculação para o crescimento pós-transplantio das mudas. Esses benefícios relacionaram-se com menores

  15. Relações solo-superfície geomórfica e evolução da paisagem em uma área do Planalto Central Brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Motta Paulo Emilio Ferreira da

    2002-01-01

    Full Text Available Com base em levantamento pedológico de reconhecimento de alta intensidade, foram investigadas relações pedogeomorfológicas em uma área do Planalto Central Brasileiro, com vistas à predição de atributos e distribuição dos solos em áreas vizinhas carentes de mapas pedológicos. Três superfícies geomórficas, com distintos padrões de espacialização de solos, foram identificadas. Na mais elevada, a distribuição dos solos é estreitamente relacionada à variação do regime hídrico ao longo das encostas. Ocorrem Latossolo Vermelho (LV, Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA, Latossolo Amarelo (LA, Latossolo Amarelo plíntico, Latossolo Amarelo petroplíntico (concrecionário e Plintossolo Háplico, todos muito argilosos, com teores de Fe2O3 e TiO2 relativamente homogêneos e índices Ki e Kr indicativos de mineralogia oxídica. Na segunda superfície, os solos apresentam maior variação quanto à textura e teores de Fe e Ti. Predominam LV e LV acriférrico, além de LVA e LA. Nos limites com as chapadas, observa-se a ocorrência de LVA e LA acriférricos endopetroplínticos. Na terceira superfície, que disseca as anteriores, predominam solos menos intemperizados, com atributos muito variáveis, como Cambissolo Háplico, Argissolos Vermelho e Vermelho-Amarelo, Nitossolo Vermelho eutroférrico, Neossolo Litólico e Neossolo Flúvico. O trabalho inclui a proposição de um modelo de evolução para a paisagem regional.

  16. INFLUÊNCIA DA ADIÇÃO DE PALHA DE CANA-DE-AÇÚCAR NA DEGRADAÇÃO DE 14C-AMETRINA EM SOLO AREIA QUARTZOSA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. COSTA

    1997-09-01

    Full Text Available A degradabilidade do herbicida ametrina foi determinada em solo Areia Quartzosa com e sem adição de folhas secas de cana-de-açúcar, cultivada em campo, tratada ou não tratada com herbicida ametrina e em solo esterilizado. Amostras de 10g de solo com umidade ajustada à 70% da capacidade de campo e tratadas com 1ml de 14C-ametrina, na concentração de 8mg/ml e atividade específica de 800Bq/mg, foram distribuídas em frascos com tampa e incubadas em ambiente escuro, a 23oC, por 63 dias. Comparando a mineralização da ametrina em solo sem adição e com adição de folhas de cana-de-açúcar tratada ou não tratadas, observou-se 12 a 13 vezes mais 14CO2 desprendido em solos com a adição de palha. Nestes tratamentos foi observado, após 63 dias de incubação, maior número de microrgarnismos, maior atividade microbiana e formação de maior número de metabólitos, quando comparados com os tratamentos sem adição de palha ou o esterilizado. Os resultados sugerem que a degradação da ametrina é de origem microbiológica e ocorre por cometabolismo.The degradation rate of the herbicide ametryn in a sandy soil was evaluated comparing the amendment of sugar cane straw cultivated with or without ametryn treatment, with non-amended soil, and sterilized soil control. Samples of 10g of soil were placed in flasks, treated with 1ml of 14C-ametryn (8mg/ml and 800Bq/mg, and were tightly closed and incubated in the dark at 23oC for 63 days. Every week the CO2 traps were changed and soil water content ajusted to 70% of soil field capacity. The mineralization rate of ametryn was 12 and 13 times higher with soil amendement of treated leaves and non-treated leaves, respectivily as compared to non amended soil. The leaf amendement led to a greater number of microrganism colonies, higher microbial activity and more ametryn metabolites than non-amended or sterilized soil. The results suggest that ametryn degrades mainy through microbial co-metabolism.

  17. Relação entre solos afetados por sais e concentração de metais pesados em quatro perímetros irrigados no Ceará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleyton S. M. Cunha

    Full Text Available RESUMO O trabalho teve como objetivo verificar a relação entre atributos químicos relacionados com a salinidade (CTC, pH, PST e CE e concentrações de metais pesados (Fe, Al, Si, Ti, Mn, Zn, Cr, V, Ni, Cu, Co, B, Pb, Se, Cd, Mo, Zr e suas inter-relações em solos afetados por sais relativo a quatro perímetros irrigados no Ceará. Foram coletadas amostras de solo, de diferentes texturas, nas profundidades de 0–10 e 10-20 cm em 10 pontos dentro de cada perímetro, totalizando oitenta (80 amostras. Foram utilizadas a análise de correlação canônica (ACC e a análise fatorial com extração dos fatores em componentes principais (AF para verificar as possíveis relações entre os dois conjuntos de variáveis. Os atributos do solo relacionadas com a salinidade contribuíram para explicar as concentrações de metais pesados nos solos dos quatro perímetros irrigados, quando analisados em conjunto; todavia, não foram capazes de explicar quando analisados de forma individual; seguindo a ordem de importância: CTC > pH > PST > CE. Foram verificadas correlações entre os elementos metálicos analisados neste estudo (B, Mo, Si, Zr, Cr, Ni, Pb, Ti, Zn, Cd, Co, Se e Cu com o Fe, Mn, Al, Ti e V, ou, ainda, afinidades geoquímicas entre os elementos.

  18. Microbiological quality of organic vegetables produced in soil treated with different types of manure and mineral fertilizer Qualidade microbiológica de vegetais orgânicos produzidos em solo tratado com diferentes tipos de esterco e fertilizante mineral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora Cabral Machado

    2006-12-01

    Full Text Available An attempt was made to evaluate microbiological quality of horticultural crops grown organically. Three species of vegetables were used, lettuce (Lactuva sativa, radish (Raphanus sativus and spinach (Tetragonia expansa, grown organically, in fertile soil. Six different treatments were applied: mineral fertilizer, chicken, cow, and pig manure, chicken litter and cow manure, in association with a liquid foliar biofertilizer. These crops were handled according to correct agronomic practices for growing crops organically for commercial purposes. Samples were examined for the Most Probable Number (MPN/g/mL of total and fecal coliforms and to detect the presence of Escherichia coli and Salmonella spp. All analyzed samples were considered acceptable for consumption, as Salmonella spp. was not detected. However, 63.3%, 50.0%, and 23.3% of the samples of lettuce, radish and spinach, respectively, contained >10² total coliforms/g of product. None of the samples of spinach or radish presented >10² fecal coliforms/g, and only 6.6% of lettuce samples contained >10² fecal coliforms/g. The presence of E. coli was confirmed in one sample of spinach, cultivated with cow manure.O objetivo do presente trabalho foi avaliar a qualidade microbiológica de hortaliças orgânicas produzidas sob diferentes condições. Três espécies de vegetais, alface (Lactuva sativa, rabanete (Raphanus sativus e espinafre (Tetragonia expansa, foram cultivadas no sistema orgânico, em solo fertilizado com seis tratamentos diferentes: adubo mineral, estercos de galinha, bovino e suíno, cama de frango e esterco bovino associado com biofertilizante líquido de aplicação foliar. O cultivo das hortaliças foi feito de acordo com as práticas agronômicas recomendadas para o sistema orgânico em escala comercial. Das hortaliças cultivadas, foram coletadas amostras para a determinação do Número Mais Provável de coliformes totais e termotolerantes e detecção da presença de

  19. Níveis críticos e tóxicos de boro em solos de Pernambuco determinados em casa de vegetação Critical and toxic boron levels in corn plants and soils of Pernambuco, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio César Patrício de Souza Lima

    2007-02-01

    Full Text Available Pesquisas sobre a disponibilidade de B em solos são necessárias para avaliar o comportamento das culturas sob diferentes teores disponíveis desse elemento no solo. Com essa finalidade, foi realizado um experimento em casa de vegetação para avaliar a resposta de milho (Zea mays a doses de boro (0, 2, 4, 6 e 12 mg dm-3 em dez solos de Pernambuco. O B disponível foi determinado por três extratores: água quente, ácido clorídrico 0,05 mol L-1 e Mehlich-1. Foram ainda determinados os níveis críticos (90 e 95 % da produção máxima de matéria seca e tóxicos (equivalente à redução de 10 % da produção máxima nos solos e na planta, além da descrição de sintomas de toxidez de B em milho. Os resultados demonstraram que os níveis críticos e tóxicos de B nos solos variaram de 0,4 a 2,3 mg kg-1 e de 1,8 a 8,3 mg kg-1, respectivamente. Em plantas de milho, os níveis críticos variaram de 13,8 a 129,6 mg kg-1, enquanto teores tóxicos foram obtidos entre 43,3 e 372,2 mg kg-1. O extrator que obteve a melhor correlação com o teor de B na planta foi o HCl 0,05 mol L-1, seguido pelo Mehlich-1 e pela água quente. A disponibilidade do B no solo pelo extrator HCl e os teores de B na folha foram afetados negativamente pelo aumento no teor de argila e matéria orgânica dos solos. Os solos que apresentaram plantas com maior teor de B no tecido vegetal mostraram sintomas mais graves de toxidez, fator associado à maior disponibilidade de boro em solos com textura mais arenosa e, ou, baixos teores de matéria orgânica.Research on B availability in soils is essential to assess the crops response to different concentrations of available B in soils. A greenhouse experiment was carried out aiming at studying the corn plant (Zea mays response to B doses (0, 2, 4, 6, and 12 mg dm-3 applied to ten soils from the state of Pernambuco, Brazil. Available B was assessed by three extractants: hot water, HCl 0.05 mol L-1, and Mehlich-1. The critical and

  20. Atributos químicos e atividade microbiana em solos convertidos de savana para plantios de Acacia mangium Willd em Roraima. = Chemical attribuites and microbial activity in soils converted to savanna for plantations of Acacia mangium Willd. in Roraima, Brazil.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moisés Mourão Júnior

    2011-04-01

    Full Text Available A atividade microbiana tem sido empregada na avaliação de solos manejados, sendo um indicador importante na caracterização de solos alterados. Nesse sentido, objetivou-se com o presente trabalho avaliar o efeito de plantios de Acacia mangium com diferentes idades sobre os atributos químicos e atividade microbiana em solos representativos da Savana do Estado de Roraima. Os plantios de A. mangium de três e cinco anos encontravam-se em áreas de LATOSSOLO AMARELO Distrófico e os de quatro e seis anos em ARGISSOLO AMARELO Distrófico. As áreas próximas aos plantios com as mesmas condições de solos e com cobertura vegetal primária (savana natural constituiram as testemunhas. Foram amostrados os horizontes A e B sendo avaliados os atributos químicos dos solos e a atividade microbiana. A pobreza química e elevadasaturação por alumínio (%m dos solos estudados influenciaram significativamente nos menores valores de C-CO2 evoluído pela atividade microbiana. A maior atividade microbiana ocorreu em áreas plantadas independentemente do tipo de solo, em função das melhores condições químicas. Os maiores valores de C-CO2 evoluído correlacionaram-se melhor com os teores de carbono orgânico e matéria orgânica do solo. = Microbial activity has been used in the evaluation of soils, an important indicator in the characterization of alteredsoils. Therefore, this study has as aim to evaluate the effect of replacing natural vegetation to plantations of Acacia mangium onmicrobial activity in soils of savannas in Roraima state. The areas studied consisted of plantations of acacia with three and fiveyears in Yellow Latosol with four and six years in yellow Alfisols. Areas near the plantations with the same conditions of soiland vegetation (natural savanna were considered control. Were sampled the A and B horizons, corresponding depths 0-30 and 30-60 cm respectively, with three replications for a total of 36 experimental units. The results

  1. IRRIGAÇÃO COM ÁGUA SALINA NA CULTURA DO AMENDOIM EM SOLO COM BIOFERTILIZANTE BOVINO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geocleber Gomes de Sousa

    2014-06-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido na área experimental da Estação Agrometereológica, UFC, em Fortaleza/Ceará, no período de setembro a novembro de 2012, com o objetivo de avaliar o efeito da salinidade da água de irrigação nas características agronômicas do amendoinzeiro, cultivar BRS 1 em solo com e sem biofertilizante bovino. Os tratamentos foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 x 2, com cinco repetições, referente aos valores de condutividade elétrica da água de irrigação:0,8; 1,5; 3,0; 4,5 e 6,0 dS m-1, em solo sem e com biofertilizante bovino, aplicado de uma única vez, ao nível de 10% do volume do substrato, três dias antes da semeadura. As variáveis analisadas foram: número de folhas, altura de plantas, diâmetro do caule, área foliar, comprimento de raiz, matéria seca da parte aérea, da raiz e total. O aumento da concentração salina da água de irrigação reduziu a área foliar, matéria seca da parte aérea, matéria seca total e comprimento da raiz do amendoinzeiro, porém com menor intensidade no solo com o biofertilizante bovino. A elevação da salinidade do solo decorrente da irrigação com água salina provoca redução na altura da planta, diâmetro do caule e matéria seca da raiz. Palavra-chave: estresse salino, índices fisiológicos, insumo orgânico. PEANUT CULTURE IRRIGATED WITH SALINE WATER IN SOIL WITH BOVINE BIOFERTILIZER ABSTRACT This experiment was conducted at the agrometeorological experimental station, at the UFC, Fortaleza-CE (BR, in the period from September 2012 to November 2012, aiming to evaluate the effects of irrigation water salinity on the agronomic characteristics of BRS 1 peanut plant, in bio fertilized and non-bio fertilized soil. Treatments were arranged in a completely randomized design in a 5 x 2 factorial scheme, with five repetitions. Five different saline solutions (or irrigation water, identified by their respective electrical

  2. Banco de sementes no solo em sistemas de cultivo lavoura-pastagem Soil seedbank in integrated crop-pasture systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Satie Ikeda

    2007-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de sistemas de cultivo, do preparo do solo e dos níveis de adubação sobre o banco de sementes, em solos de áreas submetidas a: três sistemas de cultivo - lavoura contínua (L, lavoura-pastagem-lavoura (LPL e pastagem-lavoura-pastagem (PLP; dois sistemas de preparo do solo - convencional (C e semeadura direta (D; dois níveis de adubação - manutenção (1 e corretiva gradual (2; e uma área de pastagem contínua, com preparo convencional e adubação corretiva gradual. No sistema de cultivo lavoura-pastagem, a densidade de sementes, excluindo-se as áreas de cultivo de LPLC1 e de LPLC2, foi menor do que nas lavouras contínuas e maior do que na pastagem contínua. Nas áreas de lavoura, o banco de sementes foi menor em áreas com semeadura direta do que com preparo convencional do solo, mas nas áreas de PLP, com adubação corretiva gradual, não houve diferença entre os sistemas de preparo do solo. A adubação causou redução na densidade de sementes apenas nas áreas de cultivo de LPLC e PLPC. A adoção de sistemas de cultivo lavoura-pastagem com semeadura direta pode auxiliar no manejo de plantas daninhas em áreas de lavoura de grãos.The objective of this study was to evaluate the effects of cultivation and tillage systems, and fertilization level, on soil seedbanks of areas submitted to: three cultivation systems - continuous crop (L, crop-pasturecrop (LPL, pasture-crop-pasture (PLP; two tillage systems - tillage (C and no-tillage (D; two fertilization levels - maintenance (1 and gradual corrective (2; and a continuous pasture area under tillage and gradual corrective fertilization. Seed density of crop-pasture cultivation systems, was lower than in continuous crop, and higher compared to continuous pasture system, except for LPLC1 and LPLC2 cultivated areas. The seedbanks in continuous cropping areas was lower in no-tillage than in tillage system areas, but in PLP areas with

  3. Fungos toxigênicos em solos de vinhas, uvas e mostos e Ocratoxina A em vinhos e sucos do Vale do Submédio São Francisco

    OpenAIRE

    Terra, Michelle Ferreira

    2014-01-01

    A ocratoxina A (OTA) tem sido freqüentemente encontrada como contaminante de uvas, vinhos e suco de uva, sendo considerada uma das micotoxinas mais prejudiciais para a saúde humana. Neste contexto, este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar a ocorrência de fungos ocratoxigênicos do gênero Aspergillus Seção Nigri em solos cultivados com videiras, uvas e mostos do Nordeste brasileiro, bem como verificar os níveis de Ocratoxina A em vinhos e sucos de uva elaborados com variedades cultiv...

  4. Intoxicação aguda por triclorfon em caprinos tratados com a dose terapêutica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Welber Daniel Zanetti Lopes

    2014-02-01

    Full Text Available O presente estudo descreve um surto de intoxicação por triclorfon em caprinos, que receberam pela via oral, a dosagem terapêutica do princípio ativo em questão (100mg/kg, provenientes da Universidade Estadual de Maringá, campus de Umuarama, PR. Cinquenta e três ovinos foram tratados com a mesma formulação/solução e não se observou nenhum efeito colateral nos animais referente ao tratamento com triclorfon. Das 20 cabras medicadas, cerca de 40 minutos após a administração do triclorfon, oito apresentaram os clássicos sinais clínicos de ataxia, decúbito externo-lateral, sialorreia, tremores, constrição das pupilas, dispneia com ruídos, micção e defecação involuntária, paresia espástica, timpanismo e lacrimejamento. Quase que imediatamente após a detecção destes sinais, as oito cabras foram medicadas com sulfato de atropina 1% 0,5mg/kg mais fluidoterapia. Cinco destes animais tiveram de receber nova dosagem de sulfato de atropina uma hora após a primeira aplicação, em função de alguns sinais clínicos, como tremores musculares, ainda estarem presentes. De 48 a 72 horas após a administração do triclorfon, três destes cinco animais vieram a óbito. Na necropsia, foi possível observar mucosas cianóticas, congestão de fígado, baço e rins, vasos mesentéricos congestos, vesícula biliar repleta, enfisema pulmonar, parênquima pulmonar avermelhado. Os resultados encontrados neste trabalho chamam atenção que o surto aconteceu em cabras adultas, que apresentavam boas condições clínicas e acima de tudo, receberam a dosagem terapêutica recomendada em bula pelo fabricante. Talvez isso possa indicar alguma sensibilidade mais elevada desta espécie animal à dosagem recomendada em bula do triclorfon (100mg/kg para caprinos.

  5. Amostragem para diagnose do estado nutricional e avaliação da fertilidade do solo em caramboleiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Hernandes

    2011-01-01

    Full Text Available Para a realização de uma análise confiável, a etapa mais sensível e que merece extremo cuidado é a amostragem do tecido vegetal e do solo. A amostra mais adequada é aquela que representa o melhor possível a área de estudo, exigindo um mínimo de plantas amostradas para atender a esse objetivo e com o menor número possível de amostras simples coletadas. Assim, o presente trabalho procurou dimensionar o número de plantas a serem amostradas para a diagnose do estado nutricional, bem como o número de amostras simples necessárias para formar a amostra composta, para fins de avaliação da fertilidade do solo cultivado com caramboleiras. O estudo foi realizado em um pomar comercial de caramboleiras, no município de Vista Alegre do Alto (SP, empregando-se amostragem aleatória, coletando-se a sexta folha a partir do ápice do ramo da caramboleira, na altura mediana da frutífera, no florescimento da cultura, em 40 plantas. Foram coletadas, também, 30 amostras simples de solo, em zigue-zague, nas linhas da cultura, com o auxílio de um trado tipo holandês, nas camadas de 0 a 0,2 m e 0,2 a 0,4 m. Considerando-se aceitável um erro amostral de 10%, 21 plantas de carambola seriam suficientes para as determinações químicas foliares de macronutrientes. Já para os micronutrientes, seriam necessárias, no mínimo, 52 plantas amostradas. O aumento do número de amostras simples reduziu o erro porcentual na estimativa da média desejada, permitindo a recomendação de 14 e 17 amostras simples nas camadas de 0 a 0,2 m e 0,2 a 0,4 m (erro = 20%, respectivamente.

  6. Estoque de serapilheira e fertilidade do solo em pastagem degradada de Brachiaria decumbens após implantação de leguminosas arbustivas e arbóreas forrageiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Barbosa Silva

    2013-04-01

    Full Text Available As pastagens formam a base da pecuária brasileira; essas sofrem degradação em larga escala por deficiência de nitrogênio (N. O consórcio com leguminosas, além de fixar N, pode apresentar outros efeitos na fertilidade do solo como acidificação ou retirada de nutrientes de camadas mais profundas para as mais superficiais. Este trabalho objetivou avaliar o estoque de serapilheira e a fertilidade do solo em pastagens degradadas de braquiária (Brachiaria decumbens, após implantar leguminosas arbustivas e arbóreas forrageiras. Para isso, uma amostragem foi realizada em março de 2010 em um experimento no campo, introduzindo pastagem degradada de Brachiaria decumbens, em julho de 2008, com sabiá (Mimosa caesalpiniifolia, leucena (Leucaena leucocephala, mororó (Bauhinia cheilantha e gliricídia (Gliricidia sepium, além de braquiária adubada e não adubada com N. As amostras de solo e serapilheira foram coletadas aos 0-10, 10-20 e 20-40 cm de profundidade, em três transectos, alternando pontos cobertos por gramíneas e leguminosas, totalizando sete amostras compostas por parcela para determinar pH, P, K, Ca, Mg e Al no solo, enquanto SB, t e m foram calculados. A serapilheira foi separada visualmente em leguminosas, gramíneas e materiais não identificados, em que foram utilizados para quantificação de matéria seca, matéria orgânica, N, P, C, fibra detergente ácido e lignina. A introdução das leguminosas aumentou os teores de N total na serapilheira e reduziu as relações C:N, com destaque para gliricídia e sabiá; entretanto, essa última apresentou elevados teores de lignina. Houve efeito significativo da cobertura por leguminosas, sem diferenças entre essas, para pH e K, na profundidade de 0-10 cm, e para Al e m, aos 10-20 cm de profundidade.

  7. Solo agrícola e agricultura em espaço urbano: dinâmicas. O exemplo de Évora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Freire

    2014-12-01

    Full Text Available O objetivo do artigo é melhorar o entendimento sobre o significado da componente agrícola em espaço urbano para as sociedades e perspetivar estratégias no sentido de promover o património solo agrícola e a permanência e sustentabilidade do uso agrícola em espaço urbano. A metodologia de trabalho seguida compreende a análise da dinâmica de evolução urbana, associada à presença da agricultura em espaço urbano em Évora, numa perspetiva que inclui o seu significado nos domínios históricos, sociais, económicos, ecológicos e estéticos.

  8. Emission of nitrous oxide and carbon dioxide from semi-arid tropical soils in Chiapas México Emissões de óxido nitroso e dióxido de carbono em solos tropicais semiáridos de Chiapas - México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alejandro Ponce-Mendoza

    2010-10-01

    Full Text Available The semi-arid region of Chiapas is dominated by N2 -fixing shrubs, e.g., Acacia angustissima. Urea-fertilized soil samples under maize were collected from areas covered and uncovered by A. angustissima in different seasons and N2O and CO2 emissions were monitored. The objective of this study was to determine the effects of urea and of the rainy and dry season on gas emissions from semi-arid soil under laboratory conditions. Urea and soil use had no effect on CO2 production. Nitrons oxide emission from soil was three times higher in the dry than in the rainy season, while urea fertilization doubled emissions. Emissions were twice as high from soil sampled under A. angustissima canopy than from arable land, but 1.2 lower than from soil sampled outside the canopy, and five times higher from soil incubated at 40 % of the water-holding capacity (WHC than at soil moisture content, but 15 times lower than from soil incubated at 100 WHC. It was found that the soil sampling time and water content had a significant effect on N2O emissions, while N fertilizer and sampling location were less influent.A região semiárida de Chiapas é dominada por árvores fixadoras de N2 do tipo Acacia angustissima. Foram analisadas amostras de solos daquela região cultivados com milho, as quais foram coletadas em zonas sob cobertura e em regiões não cobertas por A. angustissima em diversas épocas do ano, às quais foi adicionada ureia. As emissões de N2O e CO2 foram monitoradas. A finalidade deste trabalho foi determinar o efeito da uréia, nas épocas secas e de chuvas, sobre as emissões de gases dos solos semiáridos, em condições de laboratório. O solo e a ureia não tiveram efeito na produção de CO2. As emissões de NO2 foram três vezes maiores no solo recolhido na época seca do que no solo recolhido na época úmida, e a adição de ureia duplicou essas emissões. O solo sob a cobertura de A. angustissima apresentou emissões de NO2 duas vezes superiores

  9. Atributos Físicos de um Cambissolo Cultivado e Tratado com Biofertilizante na Chapada do Apodi, Ceará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Leite de Alencar

    2015-06-01

    Full Text Available O conhecimento sobre as alterações físicas e qualidade do solo é importante para o direcionamento adequado das estratégias de manejo a serem utilizadas quando da exploração do solo por cultivos agrícolas. Este trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos do cultivo e da aplicação de um biofertilizante, obtido a partir de esterco bovino, sobre a qualidade física de um Cambissolo cultivado com Ficus carica L., irrigado por sistema de gotejamento. Para fins de avaliação da qualidade física, foram contempladas cinco situações de solo: sob cultivo de figo sem aplicação do biofertilizante (testemunha; com aplicação de 20, 40 e 60 % do biofertilizante na lâmina de irrigação; e mata nativa secundária (testemunha adicional, até a profundidade de 0,3 m, nas camadas de 0,0-0,1, 0,1-0,2; e 0,2-0,3 m, com quatro repetições. Nessas camadas, foram coletadas amostras de solo com estrutura deformada e indeformada para realizar análises físicas, como granulometria, argila dispersa em água, carbono orgânico, densidade das partículas e do solo, resistência do solo à penetração e curva característica de água no solo. O cultivo do solo nas condições descritas nesta pesquisa, como preparo do solo por aração e gradagem, uso de irrigação e todos os tratos culturais necessários à condução da cultura de figo, não piora a qualidade física do solo em nenhuma das camadas avaliadas. A aplicação de biofertilizante melhora a qualidade física do solo, particularmente no tocante à retenção de água em decorrência do aumento da microporosidade.

  10. EFICIÊNCIA DE SOLUÇÕES DENSAS NO FRACIONAMENTO FÍSICO DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Cesar Conceição

    2015-04-01

    Full Text Available Os mecanismos de estabilização da matéria orgânica (MO têm sido estudados em solos tropicais e subtropicais brasileiros; no entanto, poucos trabalhos avaliaram a influência da parte metodológica do uso das soluções nos resultados obtidos. Objetivou-se avaliar a eficiência de duas soluções salinas (iodeto de sódio - NaI 1,8 kg dm-3 e politungstato de sódio - PTS 2,0 kg dm-3 na separação de frações densimétricas da MO em dois solos (Argissolo Vermelho do sul do Brasil - 220 g kg-1 argila e Latossolo Vermelho do Cerrado - 630 g kg-1 argila e o reflexo dessa eficiência na magnitude e importância do mecanismo de proteção física por oclusão em agregados no acúmulo de MO em solos brasileiros. Amostras de solo coletadas nas camadas de 0,00-0,05; 0,05-0,10; e 0,10-0,20 m foram submetidas ao fracionamento físico densimétrico e separadas as frações leve livre (FLL, leve-oclusa (FLO e pesada (FP da MO do solo. O uso de PTS 2,0 kg dm-3 aumentou o rendimento de carbono orgânico (CO das FLL e FLO em ambos os solos em relação à solução de NaI 1,8 kg dm-3, sendo o efeito mais pronunciado na FLO. A utilização do sistema plantio direto (PD aumentou os estoques de CO total na camada de 0,00-0,05 m do Argissolo em relação ao solo em preparo convencional (PC. O mecanismo de proteção física da MO por oclusão em agregados foi efetivo no aumento dos estoques de C do solo, sendo responsável por aproximadamente ⅓ do acúmulo na camada superficial do Argissolo (0,00-0,05 m. Para o Latossolo, não houve diferenças entre o estoque de CO total do PD e do PC, porém o solo sob PD apresentou acúmulo de aproximadamente ⅔ do estoque de C como FLO na camada superficial do solo. A proteção física por oclusão em agregados é um mecanismo expressivo na estabilização e sequestro de C em solos tropicais e subtropicais, cuja importância pode ser mascarada pela baixa eficiência da solução de NaI em estudos de fracionamento

  11. DECOMPOSIÇÃO DE RESÍDUOS DE CULTURAS E MINERALIZAÇÃO DE NUTRIENTES EM SOLO COM DIFERENTES TEXTURAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique José Guimarães Moreira Maluf

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO A sustentabilidade dos sistemas conservacionistas de produção agrícola está intimamente ligada ao retorno dos nutrientes ao solo, por meio da decomposição dos resíduos vegetais. O objetivo deste estudo foi avaliar a decomposição de resíduos culturais e a mineralização de nutrientes em solos com diferentes texturas ao longo de 175 dias de incubação. Os tratamentos consistiram em fatorial 6 x 4 x 5, inicialmente composto por seis tratamentos, sendo quatro resíduos culturais: milho, braquiária, feijão, estilosantes e dois controles, ambos sem resíduo e um com adição de fontes inorgânicas dos nutrientes; quatro diferentes texturas formadas a partir de um mesmo solo e cinco tempos de avaliação após o início da incubação: 0, 25, 75, 125 e 175 dias. Utilizou-se delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. Ao longo do experimento, avaliaram-se a liberação de C-CO2, taxa de decomposição e cinética de mineralização do N, P, K, Ca, Mg, S, Zn e Cu dos resíduos. A textura do solo não influenciou a liberação de C-CO2, a massa seca remanescente e a mineralização dos nutrientes dos resíduos culturais. Os resíduos de estilosantes e de braquiária apresentaram maior liberação de C-CO2 e redução de massa seca que os demais resíduos. A mineralização do N, P e S ocorreu de forma inversa às relações C/N, C/P e C/S. A decomposição dos resíduos culturais foi regulada pelos teores de N e extrativos solúveis em água; e a mineralização de macronutrientes, pelos seus respectivos conteúdos iniciais nos resíduos.

  12. Aspectos histológicos e bioquímicos de Joannesia Princips e Spathodea Campanulata, crescendo em solos na capacidade de campo, encharcado e alagado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Correa

    1985-11-01

    Full Text Available An experiment was conducted involving potted plants of Joanessia princips and Spathodea campanulata in conditions of super saturated soil, and saturated soil of normal wettness. Variations in some histological and biochenical parameters were examined. It was verified that S. campanulata has greater histological plasticity than J. princips and that only S. campanulata can withs tand super saturated conditions. The histological changes of the roots and stems of S. campanulata were notable and probably are associated with the better growth of the species in soils with low concentration of oxygen. The activity of mitogenesis in the cambial cells of the bark was greatest in S. campanulata when planted in super-satured soils. Also observed were numerosis spongy lenticels related to this increased activity. A comparison of the two species in relation to the different treatments verified in levels of alcohol in the roots. Linear regression analysis revealed significant indices between alcohol concentration and histological alterations, the highest levl of alcohol was enconrentered in J. princips.Foi montado um experimento envolvendo plantas envasadas de Joannesia princips e. Spathodea campanulata, em condições de solo alagado, encharcado e na capacidade de campo, visando detectar e estudar variações de alguns parâmetros histológicos e bioquímicos. Verificou-se que S. campanulata apresentou maior plasticidade histológica que J. princips, sendo a única a suportar a condição de solo alagado. As mudanças histológicas em raízes e caules de S. campanulata foram notáveis, podendo provavelmente serem associadas à maior sobrevivência da espécie em solos com baixos teores de oxigênio. A atividade mitogênica das células cambiais da casca foi maior em S. campanulata quando ensaiada em solo alagado. Foram ainda observadas numerosas ¡entícelas esponjosas decorrentes dessa atividade aumentada. Comparando-se as duas espécies nos diferentes

  13. Resposta osteomielogênica ectópica ao implante de matriz óssea desmineralizada em camundongos tratados com bussulfano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julieta Rodini Engrácia de Moraes

    1996-09-01

    Full Text Available Camundongos Swiss, fêmeas, (25-30 g; n = 100 receberam 4 injeções de bussulfano (20 mg/kg, ip a intervalos de 15 dias (n = 100. Antes do tratamento e após 30, 60 e 90 dias, os animais deste e de um grupo controle (n = 15 foram avaliados quanto ao leucograma, taxa de hemoglobina e hematrócito por meio do sangue colhido por punção retroorbital. Sessenta dias após o início do tratamento, 60 animais sobreviventes do grupo tratado e 15 animais do grupo controle receberam implantes intermuseulares de matriz óssea desmineralizada (MOD-10 mg. No 90s dia (30 dias após o implante foram sacrificados para exame histológico da medula óssea esternal (MOE e da resposta osteomielogênica ao implante de MOD. Trinta dias após o início do tratamento observou-se leucopenia, com diminuição do número de granulócitos, linfócitos e monócitos nos animais que receberam bussulfano. O hematócrito e a taxa de hemoglobina apresentaram-se diminuídos no 609 dia. O exame histológico da MOE do grupo tratado revelou hipocelularidade, dilatação dos capilares sinusóides e redução do número de megacariócitos (50%. Os animais controle apresentaram 100% de resposta positiva ao implante de MOD, havendo formação de placas metaplásicas compostas por trabéculas ósseas contendo cavitações preenchidas por células hematopoiéticas. Em 46,7% dos animais tratados observou-se resposta osteomielogênica semelhante à do grupo controle, mas com hipocelularidade e maior componente de adipócitos; 25% apresentaram resposta osteomielogênica tardia e incompleta com menor componente ósseo, maior componente cartilaginoso e ausência de células hematopoiéticas; nos 28,3% restantes a resposta foi negativa.

  14. Alteração de atributos químicos do solo e estado nutricional e características agronômicas de plantas de milho, considerando as modalidades de calagem em plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. R. Pires

    2003-02-01

    Full Text Available A aplicação de calcário na superfície do solo em sistema plantio direto, sem incorporação, em determinadas condições edafoclimáticas, não tem sido eficaz na correção da acidez e no fornecimento de cálcio e magnésio às plantas. Na busca de alternativas para a realização da calagem sem as operações convencionais de aração e gradagem, o trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência de diferentes modalidades de calagem nos atributos químicos do solo, no estado nutricional e nas características agronômicas da cultura do milho. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em parcelas subdivididas, com três repetições. Os tratamentos aplicados nas parcelas foram: milho híbrido duplo Z 8447, variedade de milho AL 25 e híbrido duplo AG 122 e, nas subparcelas, testemunha sem calagem, calcário aplicado ao longo do perfil do solo no sulco de semeadura, calcário aplicado a lanço na superfície do solo e calcário aplicado ao longo do perfil do solo no sulco de semeadura, mais calcário aplicado a lanço na superfície. Nos tratamentos que receberam calcário no sulco, a semeadura foi realizada no mesmo sulco que recebeu o calcário. A amostragem do solo foi feita 30 e 150 dias após a calagem, a partir da linha de semeadura até 25 cm de distância desta, em cinco profundidades. Determinaram-se pH em água e Ca, Mg e Al trocáveis nas amostras. Avaliou-se o estado nutricional do tecido foliar dos três cultivares, bem como algumas características agronômicas da cultura. Os resultados indicaram que o calcário aplicado no sulco de semadura foi distribuído eficientemente ao longo do perfil do solo até 20 cm de profundidade, em uma faixa de 10 cm de largura. O calcário aplicado na superfície teve efeito sobre as características químicas do solo somente até 5 cm de profundidade. A aplicação conjunta de calcário ao longo do perfil do solo no sulco de semeadura mais calcário em superfície foi

  15. Perfil lipídico sérico de ratos tratados com surfactante

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina Ferreira de Castro

    2012-06-01

    Full Text Available A aterosclerose é uma doença multifatorial, lenta e progressiva e a hiperlipidemia um dos fatores potenciais no desenvolvimento de doenças cardíacas ateroscleróticas. As vantagens da indução das dislipidemias experimentais são a produção de lesões ateromatosas em curto espaço de tempo; adequado controle dietético e fatores ambientais; a possibilidade de estudos sobre a reversibilidade de lesões ateroscleróticas e ensaios pré-clínicos de substâncias hipolipidêmicas. Este estudo visou avaliar o perfil lipídico sérico de ratos tratados com surfactante. Foram utilizados 28 ratos Wistar, machos, albinos, adultos e hígidos. Estes foram distribuídos em quatro grupos experimentais formados por sete animais cada, a saber: Grupo I – (controle; Grupo II – tratado com tyloxapol, na dose de 500 mg/kg de peso corporal, via intraperitoneal a cada 48 horas, durante duas semanas; Grupo III – tratado com tyloxapol na dose de 500 mg/kg de peso corporal, via intraperitoneal a cada 48 horas, durante três semanas; Grupo IV – tratado com tyloxapol na dose de 500 mg/kg de peso corporal, via intraperitoneal a cada 48 horas, durante quatro semanas. Na avaliação do perfil lipídico, os valores de triacilgliceróis e HDL demonstraram que o grupo III diferiu significativamente do grupo I e os valores de colesterol total e LDL indicaram que o grupo I diferiu significativamente dos grupos II, III e IV. Conclui-se que o surfactante tyloxapol foi efetivo na indução da hiperlipidemia.

  16. Os desafios do Brasil na implementação do Tratado sobre o Comércio de Armas (2013 - 2016)

    OpenAIRE

    Frota, Luiz Phelipe Pimenta

    2016-01-01

    Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Economia, Sociedade e Política da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Bacharel em Relações Internacionais e Integração. Orientador: Prof. Dr. Gustavo Oliveira Vieira O presente trabalho tem por objetivo analisar a posição da política externa do Brasil em relação ao Tratado sobre Comércio de Armas - TCA. Este tratado, que foi propos...

  17. ESTIMATIVA DE PERDAS DE SOLOS EM UMA BACIA HIDROGRÁFICA SOB O CULTIVO DE FRUTÍFERAS, NO MUNICÍPIO DE VALINHOS (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Vitte

    2006-04-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo estimar as perdas de solo em uma bacia hidrográfica sob o cultivo de frutíferas utilizando a Equação Universal de Perdas de Solo, a partir da metodologia proposta por Vitte (1997, que pressupõe o uso de indicadores morfométricos e cartográficos para o cálculo de cada índice constitutivo da USLE. Sabe-se que a erosão dos solos é um processo natural de esculturação da crosta terrestre, mas que ultimamente vem sendo intensificada com os tipos e práticas de uso das terras. Nesse sentido, o avanço dos estudos relativos à erosão dos solos torna-se cada vez mais importante para a preservação das terras agricultáveis e o uso das equações empíricas é um valioso instrumento para estes estudos.

  18. Manejo da fertirrigação e controle da salinidade do solo sob ambiente protegido, utilizando-se extratores de solução do solo

    OpenAIRE

    Dias,Nildo da S.; Duarte,Sergio N.; Gheyi,Hans R.; Medeiros,José F. de; Soares,Tales M.

    2005-01-01

    Com o objetivo de avaliar o uso de extratores de soluções do solo no auxílio ao manejo da fertirrigação e no controle da salinidade em solo cultivado com melão rendilhado, conduziu-se um estudo em ambiente protegido na área experimental do Departamento de Engenharia Rural da ESALQ/USP, localizada no município de Piracicaba, SP. Os tratamentos se compunham da combinação de dois fatores: 6 níveis de salinidade inicial do solo (S1 = 1,0; S2 = 2,0; S3 = 3,0; S4 = 4,0; S5 = 5,0 e S6 = 6,0 dS m-1) ...

  19. Flutuações de temperatura e umidade do solo em resposta à cobertura vegetal Soil temperature and moisture fluctuations in response to vegetation cover

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milson L. de Oliveira

    2005-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de verificar as flutuações de temperatura e umidade do solo em resposta à cobertura vegetal, realizou-se um experimento com sete diferentes situações de cobertura do solo, constituídas por solo sem cobertura, presença de vegetação espontânea, cultivo de mucuna e plantio de milho a 0, 30, 60 e 90º em relação ao eixo leste-oeste. Dois meses após a semeadura, em janeiro de 1999, por igual período determinou-se o sombreamento nas entrelinhas do milho, às 8:30, 12:30 e 16:30 h, como também, para todos os tratamentos, a temperatura e umidade do solo nas profundidades de 2,5, 5,0 e 7,5 cm; constatou-se diferença no sombreamento entre o cultivo de milho a 0º e os outros ângulos testados nas determinações matutina e vespertina, mas tais diferenças não foram acompanhadas pela temperatura do solo que, neste caso, registrou valores intermediários entre o solo sem cobertura e os tratamentos com vegetação espontânea e mucuna. No tratamento sem cobertura verificou-se a maior amplitude de variação da temperatura ambiente acima da superfície do solo, registrando-se os menores valores de umidade e os maiores de temperatura do solo.An experimental study was carried out to evaluate the fluctuations of temperature and soil moisture in response to vegetation cover, using the following treatments: bare soil, natural weed cover, velvet bean, and maize at 0, 30, 60 and 90º in relation to a east-west axis. Two months after sowing in January 1999, for similar period the shadowed area between the lines at 8:30, 12:30 and 16:30 h, as well as for all treatments, the temperature and soil moisture at 2.5, 5.0 and 7.5 cm depths were measured. Differences in shadowing between maize cultivated at 0º and all other angles were observed in both morning and afternoon measurements. However, these differences were not accompanied by soil temperature, which showed intermediary values between the bare soil and the treatments with natural

  20. Disponibilidade de fósforo estimada por três métodos químicos e pela atividade de duas enzimas em solos que receberam incorporação de materiais orgânicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. S. Berton

    1997-12-01

    Full Text Available A disponibilidade de fósforo em amostras dos solos Aquatibia (solo aluvial e Hoda (podzólico vermelho-amarelo eutrófico, incubados com quantidades crescentes de materiais orgânicos (palha de cevada, parte aérea de feijão-caupi, esterco de curral e lodo de esgoto, foi estimada por três métodos químicos e pela atividade das enzimas fosfatase ácida e fosfodiesterase, no Departamento de Ciências do Solo e Ambientais da Universidade da Califórnia/Riverside, de janeiro a novembro de 1985. Em estudo em casa de vegetação, a produção de matéria seca e a quantidade de P absorvida pela parte aérea de plantas de milho cultivadas nos solos que receberam os mesmos materiais orgânicos foram determinadas. A disponibilidade de P medida pela extração com água correlacionou-se, significativamente, apenas quando o esterco de curral e o lodo de esgoto foram adicionados aos solos Aquatibia e Hoda, respectivamente. A resina de troca aniônica e o Mehlich 1 foram os métodos mais indicados para determinar a disponibilidade de P para o milho quando os solos receberam quantidades crescentes dos materiais orgânicos. As altas quantidades de P extraídas pela resina de troca aniônica do solo com alta capacidade de adsorção de P indicaram que esse método foi o que melhor considerou os fatores intensidade e capacidade do solo. A atividade da enzima fosfodiesterase do solo revelou ser um bom índice para a determinação do P disponível para o milho, quando os solos receberam a adição do feijão-caupi e do esterco de curral.

  1. Parametrização do transporte dispersivo de solutos em solos estruturados: heterogeneidade do meio, percurso de transporte e modelagem

    OpenAIRE

    Schlindwein,S. L.

    1998-01-01

    O transporte dispersivo de solutos no solo é parametrizado por meio de equações difusivas e de modelos que partem da existência de uma relação de causalidade entre as características físicas do meio poroso, da sua condição de umidade e da manifestação macroscópica do processo nele ocorrente. A validade dessa proposição, como critério na elaboração de modelos dos processos que governam o transporte de solutos no solo, é discutida heuristicamente. Com base em índices obtidos a partir de uma aná...

  2. Densidade do solo, atributos químicos e sistema radicular do milho afetados pelo pastejo e manejo do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    V. R. Silva

    2000-03-01

    Full Text Available A integração lavoura-pecuária é uma alternativa de renda dos produtores no sul do Brasil. Entretanto, o pisoteio animal e, ou, o preparo de solo podem compactá-lo, prejudicando o crescimento radicular e a produtividade das plantas. Estudaram-se os efeitos do pisoteio animal em regime de pastejo contínuo durante o inverno/primavera e do impacto do plantio direto e do preparo convencional de solo no estado de compactação, atributos químicos e distribuição radicular. Em Podzólico Vermelho-Amarelo de textura superficial franca, foi implantada uma pastagem de estação fria composta por aveia (Avena strigosa Schreb e azevém (Lolium multiflorum L.. A carga animal variou conforme o crescimento da pastagem. Em dezembro de 1996, foi implantada a cultura do milho (Zea mays L. para a produção de silagem, usando os seguintes tratamentos: plantio direto na área não pastejada, plantio direto após o pastejo, preparo convencional de solo na área não pastejada e preparo convencional de solo após pastejo. As avaliações apresentadas neste estudo são referentes ao terceiro ano de cultivo, no qual houve um período de pastejo de 107 dias. Aos 45 dias da emergência do milho, foram abertas trincheiras (100 x 40 cm para visualizar a distribuição do sistema radicular e coletar amostras de solo, a cada 5 cm, para caracterização química e determinação da densidade do solo e de raízes. Ao longo do perfil (0-40 cm, o desenho da distribuição de raízes indicou maior quantidade de raízes no preparo convencional de solo, concordando com os resultados de densidade de raízes. O pisoteio animal não teve efeito sobre as características físicas, possivelmente pelo fato de o resíduo da pastagem permanecer próximo a 1,0 Mg ha-1 de matéria seca. A densidade do solo no plantio direto, na camada de 5-10 cm, foi de 1,41 Mg m-3, tanto na área pastejada como na não pastejada. No preparo convencional de solo, esses valores foram de 1,15 Mg m-3

  3. RESPOSTA DO TOMATEIRO A DIFERENTES TENSÕES DE ÁGUA NO SOLO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Rangel Rodrigues

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivou-se com esse trabalho avaliar a resposta do tomateiro (Solanum lycopersicon L., híbrido Dominador F1, a diferentes tensões de água no solo. O experimento foi conduzido em casa de vegetação na Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG. Os tratamentos constituíram-se de seis tensões de água no solo (20, 45, 70, 95, 120 e 145 kPa, com quatro repetições, em um delineamento em blocos casualizados. As variáveis avaliadas foram: produção total, altura da planta, diâmetro do caule, acidez titulável e lâmina aplicada. Os resultados demonstraram que, com exceção da acidez titulável, as demais variáveis avaliadas apresentaram menores valores com o aumento da tensão de água no solo. Para a obtenção de maior produção de frutos do tomateiro Dominador F1, as irrigações devem ser realizadas quando a tensão de água no solo, a 0,20 cm de profundidade, estiver em torno de 45 kPa.

  4. Fator de retardamento e coeficiente de dispersão-difusão para o crômio (III em solos muito intemperizados, influenciados pelo pH, textura e matéria orgânica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. A. K. Alcântara

    2001-03-01

    Full Text Available O objetivo principal deste trabalho foi analisar a variação dos fatores de retardamento (R e dos coeficientes de dispersão-difusão (D para o crômio (III em dois solos muito intemperizados, considerando diferentes atributos edáficos: textura, pH e matéria orgânica. Utilizaram-se amostras dos horizontes A e B com diferença marcante no teor de matéria orgânica de dois solos coletados no estado de São Paulo: Latossolo Vermelho eutroférrico textura argilosa (LVe e Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico textura média (LVd. A alteração do pH das amostras do horizonte superficial foi realizada com adição de carbonato de cálcio para elevar a saturação por bases a 70%. Foram realizados experimentos de adsorção em condições estáticas e de lixiviação em colunas de solo, utilizando a teoria do deslocamento miscível. Os Rs obtidos para o LVe foram maiores em comparação aos obtidos para o LVd. O aumento do pH do solo propiciado pela adição de carbonato de cálcio resultou em aumento no R. No LVe, a presença significativa de ácidos fúlvicos na matéria orgânica propiciou um R menor no horizonte superficial em relação ao subsuperficial. Não foi evidenciada relação nítida entre D e os diferentes solos, níveis de calagem e horizontes.

  5. Produção de fitomassa e atributos químicos do solo sob cultivo em aléias e sob vegetação nativa de cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. L. Mafra

    1998-03-01

    Full Text Available Os sistemas agroflorestais podem aliar produção de alimentos com conservação dos recursos naturais, buscando economia de fertilizantes a partir da reciclagem de nutrientes. A produção de fitomassa e o aporte de nutrientes foram quantificados num cultivo em aléias e em área de vegetação nativa de cerrado em Botucatu (SP, com vistas em verificar as influências do sistema agroflorestal nos atributos químicos do solo. A leucena foi plantada em linhas em 1987, com espaçamento de 6 m, após calagem e aplicação de P. As linhas da leguminosa foram podadas anualmente, permitindo o cultivo intercalar de centeio + aveia e milho + feijão, durante a estação seca e chuvosa, respectivamente. A produção anual de fitomassa no sistema agroflorestal foi de 11.036 kg ha-1 de massa seca, com um aporte mineral pelas plantas de (kg ha-1 149,0 de N, 9,4 de P, 70,0 de K, 75,2 de Ca e 31,1 de Mg. O pH do solo e os teores de Ca e Mg nesse sistema foram superiores aos do cerrado, o que se atribuiu ao efeito do calcário. A adubação verde, principalmente a fitomassa da leucena, colaborou na alteração dos teores de matéria orgânica, N e P no solo sob cultivo em aléias.

  6. Qualidade física do solo sob sistemas de preparo e cobertura morta em pomar de laranja Soil physical quality under planting and mulching systems in an orange grove

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonez Fidalski

    2009-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de preparo do solo e de cobertura morta sobre a qualidade física de um Latossolo, em um pomar de laranja 'Pêra'. O experimento foi instalado em Paranavaí, PR, em área com Brachiaria brizantha. O delineamento foi o de blocos ao acaso, em parcelas subsubdivididas, com 12 tratamentos e 4 repetições. Nas parcelas foram estudados os sistemas plantio direto, preparo em faixas e preparo convencional; nas subparcelas, os manejos com e sem cobertura morta, na linha das plantas de laranjeira 'Pêra'; e nas subsubparcelas, os porta-enxertos Citrus limonia Osb. e Citrus reshni Hort. ex Tan. Foram coletadas amostras de solo nas linhas das plantas, sob o rodado e no entrerrodado do trator, para quantificação de densidade, macroporosidade e microporosidade. O plantio direto de laranja em pastagem manteve a qualidade física do solo nas linhas das plantas, no entrerrodado e sob o rodado. O preparo convencional comprometeu a qualidade física do solo sob o rodado. A qualidade física do solo foi favorecida pelo menor revolvimento do solo, resultante do plantio direto ou do preparo em faixas, e pelo manejo da cobertura morta nas linhas das plantas, após o plantio das laranjeiras.The objective of this work was to evaluate the effects of planting and mulching systems on the soil physical quality of a Typic Haplorthox (Rhodic Ferralsol, in a grove cultivated with orange cultivar Pêra. The experiment was established in Paranavaí, PR, Brazil, in a field dominated by the forage grass Brachiaria brizantha. The experiment had a randomized complete block split-split plot design, with 12 treatments and 4 replicates. The main plots were no-tillage, strip-tillage, and conventional tillage systems; in the split plots, systems with or without mulching in plant rows were evaluated; and in the split-split plots, the root stocks Citrus limonia Osb. and Citrus reshni Hort. ex Tan. were evaluated. Soil samples were collected

  7. MODIFICAÇÕES NA ESTABILIDADE DE AGREGADOS NO SOLO DECORRENTES DA INTRODUÇÃO DE PASTAGENS EM ÁREAS DE CERRADO E FLORESTA AMAZÔNICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Márcia Longo

    1999-12-01

    Full Text Available RESUMO Com o presente trabalho objetivou-se avaliar os impactos decorrentes da remoção das coberturas originais e seu posterior uso agrícola tomando-se, para tanto, duas distintas condições fisiográficas brasileiras - cerrado e floresta amazônica, tendo como atributos primordiais de análise as modificações da estrutura/agregação dos solos. As áreas selecionadas para as investigações foram Porto Velho, RO (floresta e Senador Canedo, GO (cerrado de ocorrência de Latossolos argilosos, cujas amostras foram coletadas ao longo de transeções contendo 24 pontos (pequenas trincheiras de 60 cm de profundidade, 12 sob vegetação natural (floresta e cerrado e 12 sob pastagem plantada, em cada uma das áreas de estudo; em seguida, estas foram analisadas quanto à distribuição e estabilidade de agregados em água. Verificou-se diminuição acentuada no diâmetro médio dos agregados (DMP no sentido vegetação natural-pastagem, sendo mais pronunciada na região do cerrado; de maneira geral, os maiores valores foram observados na região amazônica em que a remoção da cobertura vegetal original promoveu efeitos negativos sobre os atributos dos solos estudados, notadamente sobre a estrutura/agregação dos mesmos, mostrando a fragilidade dos solos dos ecossistemas brasileiros, quando submetidos ao cultivo.

  8. Alterações dos nutrientes no solo e nas plantas em consórcio de eucalipto e acácia negra

    OpenAIRE

    Vezzani, F. M.; Tedesco, M. J.; Barros, N. F.

    2001-01-01

    O consórcio de eucalipto e acácia negra pode trazer benefícios ecológicos e econômicos, tendo em vista a diversidade ambiental e redução dos custos com adubação nitrogenada. Este trabalho teve o objetivo de quantificar os nutrientes no solo e nas plantas e avaliar o crescimento e a produção de eucalipto em consórcio com acácia negra. Foram estudados sistemas de cultivo simples e consorciado de Eucalyptus saligna (Smith) e Acacia mearnsii (De Wild.), com 45 meses de idade, em Argissolo Vermelh...

  9. USO E OCUPAÇÃO DO SOLO EM ÁREAS DE ASSENTAMENTOS RURAIS NO NORTE DE MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Praes de Almeida

    2017-06-01

    Full Text Available Com a intensificação das atividades humanas, com aumento das taxas de uso e ocupação dos solos, aumentaram as discussões no âmbito da reforma agrária e da viabilidade dos assentamentos rurais. Assim, este estudo teve como objetivo comparar o uso e a ocupação dos solos em áreas de assentamentos rurais na região norte de Minas Gerais. Três assentamentos rurais foram selecionados para comparação das classes de uso da terra nos anos de 2003 e 2014, com auxílio de técnicas de sensoriamento remoto. A amostragem de solo foi realizada nas classes do uso definidas para determinação dos atributos químicos. Os resultados obtidos foram submetidos à análise de variância e as médias pelo teste de Tukey (p<0,05, com auxílio do programa R. Foi possível verificar que os três assentamentos rurais, apresentaram decréscimo nas áreas de vegetação nativa e acréscimo nas áreas de culturas e de solo exposto. Na análise da acurácia da classificação foi observado um Índice Kappa satisfatório, e pode-se inferir que os assentamentos rurais tiveram significante mudança no intervalo de 11 anos de uso. A fertilidade do solo melhorou na camada superficial (0-20 cm das áreas ocupadas com culturas e que foram bem manejadas.

  10. Produção de frutos de laranjeira pêra e teores de nutrientes nas folhas e no solo, em Latossolo Vermelho-Escuro do Noroeste do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Fidalski

    1999-06-01

    Full Text Available A cobertura vegetal das entrelinhas dos pomares cítricos é uma prática necessária nos solos arenosos originários da formação geológica do arenito Caiuá do Paraná. O estudo foi realizado em um experimento de laranjeira pêra sobre o porta-enxerto limão-cravo instalado no campo em 1993, no município de Alto Paraná, em um Latossolo Vermelho-Escuro, onde estavam sendo avaliados seis diferentes sistemas de manejo do solo das entrelinhas do pomar. Na safra agrícola de 1995/96, foram coletadas amostras de folha e solo nas entrelinhas e faixas de adubação nas camadas de 0-20 e 20-40 cm e avaliados a produção e o número de frutos. A produção e o número de frutos correlacionaram-se, positivamente, com as características químicas do solo Ca, Mg, pH e V das entrelinhas do pomar e, negativamente, com Al e H + Al. Os teores foliares de Ca correlacionaram-se, positivamente, com a produção e o número de frutos. O nível crítico de Ca nas folhas foi de 29,72 g kg-1.

  11. DRENAGEM SUPERFICIAL DE SOLOS ARGILOSOS DO NORTE DO PARANÁ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Teixeira de Faria

    1999-08-01

    Full Text Available RESUMO Foi avaliado o desempenho de práticas de drenagem superficial e cobertura morta em uma área de várzea do norte do Paraná. Antes e após o cultivo do arroz, foram comparadas as taxas de drenagem em tratamentos com e sem drenos torpedo e determinadas a vazão e a obstrução dos condutos. Sob o cultivo do feijoeiro, foram avaliados os efeitos dos drenos torpedo e de "camas" na drenagem e de cobertura morta (palha de arroz na retenção de água do solo. Os resultados indicaram que os drenos torpedo foram mais eficientes se construídos com solo menos úmido, porém sua longevidade foi menor que um ano. Sob o feijoeiro, os drenos torpedo e cobertura morta mantiveram o lençol freático mais profundo e o solo com menor tensão de umidade, mas esses efeitos ocorreram abaixo da zona radicular (15 cm, resultando em baixa produtividade.

  12. Fatores relacionados à suscetibilidade da erosão em entressulcos sob condições de uso e manejo do solo Factors influencing susceptibility to interrill soil erosion under different land use and management conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio P. de Oliveira

    2012-04-01

    Full Text Available Neste trabalho foram avaliados fatores relacionados com a suscetibilidade a erosão em entressulcos de um Neossolo Litólico submetido a diferentes intensidades de uso e manejo do solo. O experimento foi realizado em condições de laboratório, utilizando-se amostras deformadas de solo colocadas em parcelas experimentais (0,23 m2 e declividade de 0,09 m m-1. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, em que foram aplicadas chuvas simuladas com intensidade de 100 mm h-1 para os seguintes tratamentos: (I solo cultivado com fumo sob preparo convencional (PC; (II solo cultivado com fumo sob plantio direto (PD e (III solo sob mata nativa (MN. Para avaliar a suscetibilidade a erosão em entressulcos utilizaram-se índices referentes à relação energia cinética total (chuva e escoamento sobre perda de solo, taxa média de desagregação e índice de estabilidade de agregados, cujos resultados mostraram que os fatores relacionados com a suscetibilidade a erosão em entressulcos estão associados não apenas com características e propriedades que conferem coesividade ao solo, mas, também, com condicionantes que afetam a hidráulica do escoamento e, consequentemente, a fase de transporte dos sedimentos.This study evaluated factors related to the suscetibility to the interrill soil erosion in an Entisol subjected to different degrees of soil use and management. The experiment was carried out under laboratory conditions using samples collected from tobacco fields and disturbed soil placed in erosion pans measuring (0.23 m2 with a slope of 0.09 m m-1. The experimental design was in randomized blocks. Simulated rainfall intensity of 100 mm h-1 was applied to the following treatments: (I conventionally tilled soil; (II no-till soil; and (III native forest soil. Total kinetic energy (rainfall and runoff to soil loss, average rate of detachment, and aggregate stability indexes were used to assess susceptibility to interrill erosion

  13. Qualidade de maçãs 'Fuji' influenciada pela adubação nitrogenada e potássica em dois tipos de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francielle de Souza

    2013-03-01

    Full Text Available Macieiras 'Fuji' crescidas sobre Cambissolo e Neossolo foram tratadas com doses de N e K2O (0; 50; 100 e 200 kg ha-1 de ambos por nove anos. As alterações da maturação e qualidade das maçãs, na colheita e após a armazenagem, decorrentes das aplicações de N e K2O, não foram iguais para os dois solos. Altas doses de N aumentaram o teor de N e diminuíram a cor vermelha e o teor de amido nos frutos, independentemente do solo e da dose de K2O. A massa dos frutos aumentou, e a firmeza da polpa diminuiu em resposta às altas doses de N aplicadas no Neossolo, independentemente da dose de K2O, o que não ocorreu de forma consistente no Cambissolo. A acidez titulável (AT reduziu por altas doses de N em ambos os solos, quando se aplicaram baixas doses de K2O. Os teores de K, amido, AT, massa e coloração avermelhada aumentaram, enquanto a firmeza diminuiu consistentemente e independentemente da dose de N, em resposta a altas doses de K2O no Cambissolo, mas não no Neossolo. Os efeitos de doses de N e K2O sobre a firmeza da polpa e AT foram mais evidentes após a armazenagem do que na colheita.

  14. Exchangeable aluminum evaluation in acid soils Avaliação de alumínio trocável em solos ácidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassio Hamilton Abreu Jr.

    2003-01-01

    Full Text Available One of the main factors limiting agricultural production in tropical climate regions is mainly related to the presence of exchangeable aluminum (Al3+ in highly weathered acid soils. Four methods of Al3+ determination extracted with neutral 1 mol L¹ KCl solution were evaluated: three colorimetric methods (aluminon plus ascorbic acid, and eriochrome cyanine R by FIA and the usual titrimetric method with back-titration. Surface samples from 20 soils of different Brazilian regions, with active acidity (0.01 mol L¹ CaCl2 pH ranging from very high to medium (3.82 to 5.52, were used. The variance analysis revealed significant interaction among Al3+ determination methods and soil. Mean methods comparisons within each soil (Tukey, P 10 mmol c dm³. Among colorimetric methods, in operational terms, the eriochrome with FIA method presented analytical performance up to 50 samples per hour, easiness and sensibility for routine Al analysis in soil samples. However, due to the specificity, the titration/back-titration method should be used, despite the moroseness, when the Al3+ ions are the objective.Um dos principais fatores que afetam a produção agrícola em regiões de clima tropical, é a presença de alumínio trocável (Al3+ em solos ácidos altamente intemperizados. Foram avaliados quatro métodos de determinação de alumínio trocável em solução neutra de KCl 1 mol L¹: três métodos colorimétricos (aluminon, aluminon + ácido ascórbico e eriocromo cianina R por FIA e o método titulométrico usual com retrotitulação ácida. Para obtenção dos extratos de KCl, foram usadas amostras superficiais de 20 solos de diferentes regiões brasileiras, com acidez ativa (pH em CaCl2 0,01 mol L¹ variando de muito alta a média (3,82 a 5,52. A análise de variância revelou interação significativa entre os métodos de determinação e amostras de solos. O teste de médias (Tukey, P 10 mmol c dm³. Dentre os métodos colorimétricos, o reagente

  15. Substâncias fenólicas, flavonoides e capacidade antioxidante em erveiras sob diferentes coberturas do solo e sombreamentos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T.S. FERRERA

    Full Text Available RESUMO Objetivou neste trabalho analisar a concentração de polifenóis totais, flavonoides e capacidade antioxidantes por meio dos métodos ABTS e FRAP, em erveiras jovens cultivadas em solo coberto e com sombreamento. Mudas de erva-mate foram submetidas aos tratamentos com solos cobertos e desnudos em sombreamentos de 0, 18, 35 e 50%, após sete e onze meses de cultivo, verão e outono, respectivamente. Foram coletadas folhas maduras para realização dos extratos utilizados para as análises de compostos fenólicos por meio da reação de oxirredução com reagente de Folin-Ciocalteu, flavonoides por método colorimétrico e capacidade antioxidante por frente ao radical ABTS e poder de redução do ferro (FRAP. O teor de compostos fenólicos foi maior nos tratamentos com 35% de sombreamento em comparação ao grupo dos flavonoides e capacidade antioxidante, o que foi demonstrado pela correlação do sombreamento com estes parametros. No método FRAP a maior correlação demonstra que o outono é a melhor época de colheita por apresentar maior concentração de compostos fitoquímicos. Ficou evidente a influência positiva dos sombreamentos (35 e 50% no teor de compostos fenólicos e flavonoides relacionados à capacidade antioxidante e à qualidade da erva-mate para atender ao mercado consumidor.

  16. Alterações químicas em solos ácidos após a aplicação de resíduos vegetais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. C. Franchini

    1999-09-01

    Full Text Available O conhecimento do comportamento químico de solos ácidos durante a decomposição de resíduos vegetais tem grande importância no manejo destes solos. Em Londrina, foi avaliado, durante os anos de 1995 e 1996, o efeito da incubação (0, 15, 30, 60 e 90 dias de resíduos de nabo, soja e trigo (doses de 2 e 4% finamente moídos com amostras do horizonte Bw de três unidades de solo (Latossolo Vermelho-Amarelo, Latossolo Roxo e Latossolo Vermelho-Escuro sobre o pH, carbono orgânico dissolvido (COD e Al, Ca, Mg e K trocáveis e solúveis. Nos resíduos vegetais, foram determinados o COD e Ca, Mg e K totais e solúveis. Imediatamente após a aplicação dos resíduos vegetais (tempo zero, ocorreram aumentos no pH, no Ca, Mg e K trocáveis e solúveis, no Al solúvel e no COD e redução no Al trocável. A intensidade dessas alterações foi relacionada com o COD e Ca, Mg e K solúveis nos diferentes resíduos, na seguinte ordem: nabo > soja > trigo. Durante a incubação, o COD na solução do solo foi rapidamente diminuído. A redução do COD com o tempo de incubação não alterou o K, mas reduziu drasticamente o Al, Ca e Mg na solução do solo, demonstrando a importância do COD na manutenção de cátions polivalentes em solução por meio do mecanismo de complexação orgânica. A especiação química demonstrou que acima de 90% do Al total em solução estava na forma orgânica. A composição orgânica e inorgânica da fração hidrossolúvel de resíduos vegetais demonstrou ser a principal responsável pelas alterações químicas observadas nas amostras de solos ácidos.

  17. Fungos micorrízicos arbusculares em solos de área de mineração de bauxita em reabilitação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melloni Rogério

    2003-01-01

    Full Text Available Apesar de a mineração de bauxita causar grandes alterações nas características do solo, com efeitos negativos nas micorrizas arbusculares, os efeitos da reabilitação de áreas mineradas sobre os fungos micorrízicos arbusculares (MA e sua simbiose são pouco conhecidos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ocorrência, diversidade e eficiência dos fungos MA, em áreas de mineração de bauxita, com diferentes tipos de vegetação e idades de reabilitação. Amostras de solo da rizosfera foram coletadas para analisar o micélio fúngico extrarradicular, o número de esporos, a riqueza e diversidade de fungos MA e para avaliar a colonização micorrízica e eficiência simbiótica de populações fúngicas. A mineração afetou negativamente os fungos MA, sendo a recuperação destes mais relacionada com o tipo de vegetação do que com o tempo de reabilitação da área. Foram encontradas as espécies: Gigaspora margarita, Gigaspora sp., Paraglomus occultum, Glomus sp., Entrophospora colombiana e Acaulospora scrobiculata. A ocorrência desses fungos foi favorecida pela presença de gramíneas ede bracatinga. Embora Eucalyptus saligna não seja um bom hospedeiro para os fungos MA, quando associado a sub-bosque bem desenvolvido e diverso, contribuiu para a recuperação dos fungos. As populações fúngicas isoladas de áreas com braquiária e feijão-guandu ou de bracatinga com capim-gordura apresentaram elevada eficiência para o feijoeiro, mostrando que é possível recuperar a função deste grupo de microrganismos utilizando diferentes tipos de vegetação. Estes isolados apresentam potencial de utilização em programas de reabilitação de solos minerados.

  18. Uso do radar penetrante no solo (GPR na investigação dos solos dos tabuleiros costeiros no litoral norte do estado da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. M. Ucha

    2002-06-01

    Full Text Available Foram estudados nove perfis ao longo de uma toposseqüência sobre os sedimentos do Grupo Barreiras, na Fazenda Rio Negro, município de Entre Rios (BA, utilizando a prospecção eletromagnética por meio do Radar Penetrante no Solo - "Ground-penetrating radar - GPR", objetivando analisar a utilização dessa ferramenta na aquisição de informações sobre as feições que ocorrem no solo, mediante a comparação entre os radargramas obtidos e a descrição pedológica. O equipamento utilizado foi um Geophysical Survey System modelo GPR SR system-2, com antena de 80 MHz. A análise radargramétrica confirmou o aparecimento dos fragipãs e duripãs em profundidade, que ocorrem sempre acompanhados de um processo de transformação dos solos do tipo Latossolo Amarelo e Argissolo Amarelo em Espodossolo. Os padrões de reflexão mostram claramente os domínios dos solos argilosos e dos solos arenosos, com e sem a presença dos horizontes endurecidos.

  19. DINÂMICA DOS ATRIBUTOS FÍSICO-QUÍMICOS E VARIAÇÃO SAZONAL DOS ESTOQUES DE CARBONO NO SOLO EM DIFERENTES FITOFISIONOMIAS DO PANTANAL NORTE MATO-GROSSENSE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Milesi Mello

    2015-04-01

    Full Text Available O bioma Pantanal pode ser considerado um ambiente de hipersazonalidade, onde há um período de inundação pronunciada seguido por extenso período seco com temperaturas muito elevadas. A diversidade de suas fitofisionomias ocasiona aportes de carbono para o solo em quantidade e qualidade distintas. Com esse foco, este trabalho teve por objetivo verificar o efeito do ciclo hidrológico do Pantanal (enchente, cheia, vazante e estiagem sobre a dinâmica do estoque carbono orgânico do solo nas fitofisionomias de Cambarazal, de Floresta Ripária, de Cordilheira e de Espinheiral. Verificou-se que as fitofisionomias puderam ser separadas pela análise de componentes principais (ACP em três grupos distintos, caracterizados pela reserva de nutrientes e pela acidez do solo. O estoque de carbono do solo está condicionado por fatores sazonais e igualmente dependentes da fitofisionomia local que ocorreram nas fitofisionomias que apresentaram maior nível de fertilidade natural, ou seja, respectivamente o Cambarazal e o Espinheiral. O maior teor de carbono foi observado no período de enchente, na maioria das fitofisionomias, e o menor estoque de carbono aconteceu no período de vazante (2008, após o período de anaerobiose em razão da enchente e antes que o período seco passasse a ser determinante.

  20. Equilíbrio de bases no solo e produção de matéria seca de milho (Zea mays L. em solos tratados com lodo de esgoto, carbonato de cálcio e cal virgem = Balance of basis in the soil and dry matter production in maze (Zea mays L. in soils treated with sewage sludge, calcium carbonate and unslaked lime

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graziela Moraes de Cesare Barbosa

    2007-12-01

    Full Text Available O lodo de esgoto pode ter diferentes disposições finais, dentre os quais o uso agronômico. Nesse caso, é necessário conhecer as características do lodo, do solo, da planta e suas interações, bem como o clima e o local a ser aplicado. Este trabalho teve o objetivo de verificar a influência do lodo de esgoto, com e sem adição de cal, no equilíbrio do solo e na produção de matéria seca do milho. O experimento foi conduzido em vasos e em ambiente de casa devegetação, utilizando-se terra da camada superficial (0-15 cm de dois solos: a primeira amostra (S1, com textura argilosa, foi coletada em um Latossolo Vermelho eutroférrico sob plantiodireto, e a segunda amostra (S2, com textura arenosa, foi coletada em um Latossolo Vermelho distrófico sob pastagem. Utilizaram-se os seguintes tratamentos no solo S1: T1A – testemunha; T2A – 9 t ha-1 lodo de esgoto; T3A – 18 t ha-1 lodo de esgoto caleado (9 t ha-1 de lodo de esgoto + 9 t ha-1 de cal virgem; T4A – 9 t ha-1 cal virgem; e para o solo S2: T1B – testemunha; T2B – 9 t ha-1 lodo de esgoto; T3B – 18 t ha-1 lodo de esgoto caleado (9 t ha-1 de lodo de esgoto + 9 t ha-1 de cal virgem; T4B – 9 t ha-1 cal virgem; T5B – calagem recomendada. A produção de matéria seca de plantas de milho cultivadas em Latossolo Vermelho, textura arenosa, aumentou com aaplicação de lodo de esgoto sem cal. A aplicação de lodo de esgoto caleado, nos dois solos, elevaram os teores de Mg e P (S1 e S2 e Na (S2. O aumento nos valores de pH poderá ser um fator limitante para a sua aplicação.Sewage sludge may have different uses, among which the agronomic use. In this case, it is necessary to know the characteristics of the sludge, the soil, the plant and its interactions, as well as the climate and the site where it will be applied. This work aimed at investigating the influence of sewage sludge, with or without addition of lime, in the balance of the soil and in the maize dry matter

  1. Esquistossomose: 1.000 pacientes tratados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Aquino Noleto

    1974-12-01

    Full Text Available Os autores relatam sua experiência com o hycanthone em 1.000 pacientes de esquistossomose mansônica, até agora tratados no Hospital de Clínicas da Universidade do Estado da Guanabara. São pacientes oriundos de áreas endêmicas do País, especialmente do nordeste e sudeste, 53,9% do sexo masculino e 46,1% do sexo feminino, de idade entre 5 e 63 anos. A forma clínica predominante da parasitose foi a hépato-intestinal (96,8%. O medicamento foi administrado em dose única, na razão de 3 mg/kg de peso corporal, a 33.6% de pacientes internados e a 66 4% em regime de tratamento ambulatorial. Os níveis séricos das transaminases, determinados, para confronto, antes e depois do uso do produto, em 60 dos pacientes internados, não se alteraram, ou apenas sofreram elevações inexpressivas. Não houve efeitos colateriais em 42,3% dos pacientes. Nos demais, esses efeitos foram de pequena e média intentidade, duraram apenas o 19 dia, na maioria das vezes, e consisfram, especialmente, de náuseas e de vômitos. O controle de cura parasitária estabelecido compreendeu 4 exames de fezes - aos 30, 60, 90 e 120 dias do emprego do medicamento, o que já se fez em 330 pacientes (33%, com 99% de cura. Incluída a biópsia retal, sempre que foi possivel, por ocasião do 4º exame de fezes, o esquema funcionou até agora em 97 pacientes (9,7%, dos quais 92 (94% estão curados, segundo esse critério. O presente trabalho confirma a ação esquistossomicida do hycanthone, bem como sua boa tolerabilidade, inclusive no que se refere ao hepatócito. Os doentes, entretanto, devem ser criteriosamente selecionados, tendo-se em vista as contra-indicações conhecidas, de modo especial em relação ao fígado.

  2. Estoques de carbono no solo e na biomassa em plantações de eucalipto Carbon storage in the soil and in the biomass of eucalypt plantations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcides Gatto

    2010-08-01

    Full Text Available O eucalipto é a principal espécie florestal plantada no Brasil. Todavia, são escassas informações acerca do C estocado no solo e na biomassa desses plantios. Este trabalho teve como objetivos avaliar o estoque de C no solo (ECS em plantações de eucalipto e determinar quais características edafoclimáticas determinam esse estoque. O estudo foi conduzido em eucalipto cultivado na região centro-leste do Estado de Minas Gerais, abrangendo cinco regiões: Cocais (CO, Rio Doce (RD, Sabinópolis (SA, Santa Bárbara (SB e Virginópolis (VI. Foi calculado o estoque de C no solo até 100 cm de profundidade em plantações de eucalipto em áreas com predomínio de seis classes de solo: Cambissolo Háplico (CX, Latossolo Amarelo (LA, Latossolo Vermelho (LV, Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA, Neossolo Flúvico (RU e Plintossolo Pétrico (FF. Os estoques de C no solo variaram entre regiões e classes de solo. O maior ECS ocorreu no LV, com 183,07 t ha-1 de C, seguido pelas classes de CX, LVA, LA, FF e RU, com 135,65, 130,95, 121,58, 112,01 e 95,08 t ha-1 de C, respectivamente. Em relação ao estoque médio de C no solo por região, considerando todas as classes de solo, o maior ECS foi de 141,22 t ha-1; determinado na região de VI, na profundidade até 100 cm de profundidade, seguida pelas regiões SA, CO, SB e RD, com 135,54, 127,26, 112,89 e 80,79 t ha-1 de C, respectivamente. Ao se considerar o estoque de C total no sistema solo-planta, aos 84 meses de idade, a região de SA foi a que apresentou maior estoque, com 251,61 t ha-1; e a região de RD, o menor estoque, com 186,84 t ha-1 de C. O ECS pode ser estimado por equações compostas por características edofoclimáticas, sendo a variação em ECS explicada por características como teor de argila e de Al3+; pela altitude e pelo déficit hídrico da região.Eucalypt is the main commercial forest species in Brazil, but very little information is available in the literature on the amount of carbon

  3. Biodegradação da blenda poli (ε-caprolactona) e amido de milho adipatado, em diferentes granulometrias, incubada em dois solos

    OpenAIRE

    Maria Elda Ferreira César

    2007-01-01

    A constatação do crescente acúmulo de lixo, proveniente de plásticos sintéticos que agridem o ecossistema, principalmente o solo, devido ao longo tempo de permanência no ambiente, levou à idéia de desenvolvimento de plásticos biodegradáveis para substituição parcial dos plásticos de origem petroquímica. No presente trabalho, conduzido em laboratório, analisouse a biodegradação da blenda poli (?-caprolactona) e amido de milho adipatado (PCL/A) e do polietileno. Após a etapa de biodegradação fo...

  4. Volatilização de N-NH3 em decorrência da forma de aplicação de uréia, manejo de resíduos e tipo de solo, em laboratório

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sangoi Luís

    2003-01-01

    Full Text Available A volatilização de amônia (NH3 é a principal perda de nitrogênio (N responsável pela baixa eficiência da uréia aplicada na superfície do solo. Este trabalho objetivou avaliar os efeitos do modo de aplicação da uréia e da forma de manejo dos resíduos de aveia preta sobre a volatilização de amônia, em dois solos com diferentes teores de argila e matéria orgânica, sob condições de laboratório. Foram conduzidos dois experimentos num Nitossolo Vermelho (NV e num Neossolo Quartzarênico (NQ, contendo 520 e 50g kg-1 de argila, respectivamente. Os tratamentos consistiram de três formas de manejo do fertilizante nitrogenado (sem N, uréia aplicada na superfície e uréia incorporada ao solo e três métodos de manejo dos resíduos de aveia (sem palha, palha aplicada na superfície e palha incorporada ao solo. Utilizou-se o equivalente a 4,0mg ha-1 de palha e 255kg ha-1 de N. As unidades experimentais foram constituídas por colunas de PVC, contendo 1,47kg de solo argiloso e 2,1kg de solo arenoso. As colunas foram hermeticamente vedadas e a parte superior foi conectada, através de uma mangueira plástica, a frascos coletores com ácido sulfúrico. A quantidade de N-NH3 volatilizada foi determinada por arraste de vapor, em diferentes períodos, após a implantação do experimento. A aplicação superficial da uréia proporcionou maior volatilização de N-NH3 do que sua incorporação, nos dois solos. A manutenção da palha sobre a superfície do solo estimulou a perda de N-NH3 no solo arenoso, independentemente da forma de aplicação da uréia ao solo. A perda de N-NH3 foi numericamente maior e o período de máxima volatilização ocorreu antes no NQ, provavelmente devido ao menor teor de argila, à matéria orgânica e à menor capacidade de troca de cátions, relativamente ao NV.

  5. Retenção da água em solo sob diferentes usos no ecossistema tabuleiros costeiros Water retention in a tableland ecosystem soil under different land use

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeane C. Portela

    2001-04-01

    Full Text Available Avaliaram-se as alterações na quantidade e qualidade dos poros de um Latossolo-Amarelo álico coeso, do ecossistema Tabuleiros Costeiros, em função do uso (citros, mandioca e mata com base nas curvas de retenção do solo, determinadas com 10 repetições em amostras de solo com estrutura indeformada, coletadas aleatoriamente na profundidade de 0,10 e 0,30 m, em cada tratamento. As tensões aplicadas foram de 0,5; 1; 2 e 5 kPa em funil de placa porosa e 30, 70, 100, 500 e 1500 kPa em câmara de pressão, também com placa porosa. Os resultados de cada tensão foram avaliados pelo teste de Tukey, a nível de 5% de probabilidade e, para fins de cálculo da condutividade hidráulica relativa, os valores de umidade versus tensão foram ajustados à equação de van Genuchten. Verificou-se que houve redução da macroporosidade do solo com o cultivo e o manejo na cultura de citros; além disso, constatou-se, ainda, que o uso do solo com mandioca aumentou a capacidade de água disponível do solo a 0,10 m de profundidade, em relação ao citros. Também relevante e que depreende dos resultados, é o fato de que, no citros, o manejo compactou o solo de maneira mais intensa que na mandioca, levando o solo, com esse cultivo (citros a reter menos água que a mata a baixas tensões e mais água que a mata a altas tensões. A condutividade hidráulica relativa foi sempre inferior para o citros, fato que, aliado à macroporosidade inferior, faz com que se conclua que o solo com citros apresenta valores de condutividade hidráulica sempre inferiores que os da mata e mandioca.Modifications in the quantity and quality of soil pores of a "Latossolo Amarelo alico" located in the Brazilian tableland ecosystem under three circumstances (natural forestry, cropped to citrus and cropped to cassava were evaluated through analysis of water retention curves. These were determined with 10 replications using undisturbed soil samples (randomly collected in each

  6. Composição da macrofauna do solo sob diferentes usos da terra (cana-de-açúcar, eucalipto e mata nativa em Jacutinga (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lizandra de Fátima Martins

    2017-04-01

    com posterior triagem manual dos indivíduos. A identificação de cada grupo taxonômico foi baseada em características morfológicas. O solo para análise química foi coletado nos mesmos pontos de coleta da fauna. A menor riqueza de grupos foi encontrada na cana-de-açúcar, em comparação com o eucalipto e área de mata nativa. A Ordem Hymenoptera foi a mais abundante nas três áreas de estudo, representada principalmente por insetos da Família Formicidae. O resultado da Análise de Componentes Principais mostrou que Enchytraeidae e Oligochaeta associaram-se ao atributo umidade do solo na área de cana-de-açúcar. A Análise de Agrupamento mostrou que há uma separação espacial entre as áreas de estudos em que a mata nativa isolou-se das áreas de cana-de-açúcar e eucalipto. Os resultados obtidos neste trabalho demonstram que o uso da terra, principalmente o monocultivo como cana-de-açúcar, provoca uma diminuição na diversidade de invertebrados edáficos. Palavras-chave: Distância euclidiana. Ecologia do solo. Densidade de invertebrados. Alterações de ecossistemas.

  7. Efeitos de sistemas de preparo do solo na erosão e na produtividade da acácia-negra (Acacia mearnsii de Wild..

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato A. Dedecek

    2010-08-01

    Full Text Available Os plantios homogêneos de acácia-negra nem sempre são feitos em solos adequados às exigências da espécie, seja pelo valor da terra ou proximidade da indústria. Diferentes sistemas de preparo podem melhorar as condições do solo, evitar problemas de erosão e diminuir custos de implantação. Em áreas de propriedade da TANAGRO S.A e da SETA S.A., nos municípios de Piratini e Butiá, RS, em dois tipos de solos distintos - Neossolo Litólico e Argissolo Vermelho-Amarelo, foram testados sistemas de preparo do solo com diferentes níveis de movimentação para plantio de acácia-negra: plantio de mudas em covas e plantio após subsolagens com duas, três e cinco hastes e uso de gradagens. Foram avaliados o crescimento em DAP e altura, anualmente, e produção de biomassa aérea no corte raso. Os solos foram caracterizados química e fisicamente em seus horizontes superficiais. Nas plantas, após sete anos, foram coletadas amostras de discos em seis posições no tronco para avaliação das densidades básicas. Preparo do solo com subsolador de cinco hastes apresentou maiores perdas de solo, que foram mensuráveis apenas até 18 meses após o plantio. Essas perdas de solo são extremamente importantes na sustentabilidade da produção do Neossolo Litólico, composto em 80% de calhaus e cascalho. O preparo reduzido do solo, com a abertura de covas manual e mecanicamente para plantio da acácia negra, não diminuiu o crescimento das plantas em ambos os solos estudados. No entanto, o desenvolvimento inicial das plantas de acácia negra, plantadas em sistema de preparo reduzido, foi mais lento (altura e DAP, defasagem que permaneceu até os 24 meses após o plantio.

  8. Amostragem para avaliação da fertilidade do solo em função do instrumento de coleta das amostras e de tipos de preparo do solo Sampling for soil fertility evaluation as influenced by sampling tool and soil tillage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Henrique Tavares de Oliveira

    2007-10-01

    Full Text Available As medidas da média e da variabilidade dos índices de fertilidade do solo podem variar com o instrumento de coleta das amostras e com o tipo de preparo do solo. Assim, é necessário o desenvolvimento de métodos de amostragem de solo que melhor representem as reais condições de fertilidade do solo. Este trabalho teve como objetivos avaliar os efeitos da pá de corte e do trado de caneca nas medidas da média e da variabilidade de índices de fertilidade do solo sob plantio direto (PD e preparo convencional (PC, estimar o número de amostras simples para formar uma composta e testar a hipótese de que a média aritmética das amostras simples é igual ao resultado da análise química da amostra composta. Foram coletadas amostras de um Luvissolo Crômico Pálico abrúptico em um experimento de comparação de tipos de preparo do solo, semeado com monocultura de milho. Coletaram-se 48 amostras simples de solo em uma parcela de 81 m² sob PD, sendo 24 com pá de corte (perpendicularmente aos sulcos e no espaço compreendido entre os pontos médios entre sulcos e 24 com trado de caneca, em amostragem localizada (quatro amostras coletadas no sulco de plantio, oito a 10 cm do sulco e 12 no ponto médio entre os sulcos, próximas aos locais das amostras coletadas com pá de corte. Em outra parcela sob PC adotou-se o mesmo procedimento. A partir dessas amostras simples, foram preparadas, para cada combinação entre tipos de preparo do solo e instrumentos de coleta, amostras compostas de diferentes números de amostras simples (4, 8, 12, 16 e 24 amostras simples/amostra composta, com três repetições. Em todas as amostras simples e compostas, determinaram-se o pH e os teores de P, K+, Ca2+, Mg2+ e matéria orgânica. As características avaliadas em amostras coletadas com trado de caneca apresentaram maior variabilidade do que quando foram avaliadas em amostras coletadas com pá de corte, independentemente do tipo de preparo do solo. Nos dois

  9. Cloretos (Cl- nos solos do estado de São Paulo, e sua dosagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. E. de Paiva Neto

    1946-01-01

    Full Text Available Entre os métodos puramente químicos para a dosagem de cloretos no solo, tais como gravimétricos e volumétricos e os baseados em processos físico-químicos, tais como nefelométricos, colorimétricos e eletrométricos escolhemos por mais simples e exato, o eletro-titrométrico, ideado por Best (2. Foi estudada a técnica mais razoável e perfeita para a extração dos cloretos do solo e em seguida sua titulação. Como meio de extração escolhemos a água destilada, fazendo-a percolar por uma camada de solo. A relação entre solo e água foi de 1 :4. isto é, 50 gr de solo (terra fina e 200 ml de água destilada. As dosagens tornaram-se, assim, bastante exatas e a duração do eletrodo de AgCl chegou a funcionar muito bem ainda depois de 1000 titulações. Isto não aconteceria se se usasse xima suspensão grosseira de solo para proceder à titulação. Consegue-se, com essa técnica, dosar cloretos, sem dificuldades, em 50 amostras de solo por dia. Conseguimos, assim, dosar cloretos em mais de mil amostras de solo de todo o Estado de São Paulo. Vimos que, no geral, o teor em cloretos é baixo, oscilando entre 0,2 e 2 mg de Cl~ por 100 gr de solo. Em algumas baixadas, sem circulação de água, encontramos até 20 mg por 100 gr de solo. Torna-se claro, pois, não possuirmos casos de solos ricos em sais (cloretos que fossem prejudiciais à agricultura. Em muitos casos evidenciou-se grande pobresa em iônio Cl-, sendo recomendável mesmo a adição de cloretos nas adubações para verificar seus efeitos. Entre estes solos podemos citar a nossa terra-roxa-legítima. Estampamos série elevada de análises, apresentando o teor em Cl- no solo pág. . . assim como um mapa do Estado de São Paulo, que esclarece o local de onde foram tomadas as amostras.Among the methods purely chemical, used for the determinations of chlorides in the soil, such as gravimetric and volumetric ones and those based on physico-chemical procedures, such as the

  10. Valores de referência de qualidade para metais pesados em solos do Rio Grande do Norte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Welka Preston

    2014-06-01

    Full Text Available O crescimento industrial e o populacional têm aumentado os teores de metais pesados nos solos e impactado a qualidade desse recurso. Nesse contexto, as agências de proteção ambiental vêm despendendo esforços para o estabelecimento de índices que possam identificar áreas suspeitas de contaminação. Valores de Referência de Qualidade para Solos (VRQs refletem a concentração natural de determinada substância no solo, sem interferência antrópica. O trabalho objetivou estabelecer os VRQs para os metais Ag, Ba, Cd, Co, Cr, Cu, Ni, Pb, Sb, V e Zn exigidos pelo Conama, para composição da legislação direcionada ao monitoramento desses elementos nos solos do Estado do Rio Grande do Norte. Foram coletadas 416 amostras de solo em áreas de mata nativa ou com mínima influência antrópica. A abertura das amostras foi efetuada pelo método EPA-3051A, sendo os metais determinados por espectrometria de emissão ótica (ICP-OES e absorção atômica (AA. Os resultados do trabalho comprovaram que estudos regionalizados são essenciais para definição de VRQs. Os VRQs calculados para o Rio Grande do Norte foram mais restritivos que os de outros estados do país. A análise fatorial de confirmação dos dados foi útil para obtenção de VRQs mais confiáveis e demonstrou que para o Estado esses valores podem ser estabelecidos com apenas duas repetições por local de coleta. Nesse sentido, é primordial um planejamento prévio, de distribuição dos locais de amostragem, de maneira que os diversos compartimentos geomorfológicos, pedológicos e geológicos do Estado sejam representados.

  11. ATRIBUTOS QUÍMICOS E FÍSICOS DE SOLO CULTIVADO COM OLERÁCEAS EM MICROBACIA HIDROGRÁFICA, APÓS DESASTRE AMBIENTAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celeste Queiroz Rossi

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO A matéria orgânica do solo é uma importante fonte primária de nutrientes às plantas e influencia a infiltração, retenção de água, suscetibilidade à erosão e agregação do solo. No entanto, esse processo está condicionado à qualidade e quantidade da matéria orgânica aportada. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do desastre ambiental causado pela chuva em áreas de produção de oleráceas na região Serrana do Rio de Janeiro. Foram selecionadas as seguintes áreas: A1: sem impacto (testemunha; A2: soterramento total e cultivo de aveia + ervilhaca; A3: transbordamento do rio e cultivo de milheto + girassol; A4: transbordamento do rio e grande deposição de areia com cultivo de aveia-preta; A5: transbordamento do rio com grande deposição de areia e sem cultivo; e A6: transbordamento do rio em pequena escala e sem cultivo. As propriedades edáficas analisadas foram: textura; densidade do solo (Ds; densidade de partículas (Dp; diâmetro médio ponderado (DMP e diâmetro médio geométrico (DMG de agregados estáveis em água; pH(H2O, Al3+, Ca2++Mg2+, Na+, H+Al, K, P e carbono orgânico total (COT; e frações granulométricas e químicas da matéria orgânica. Os maiores valores de DMP e DMG foram observados nas áreas A3 e A6, que seguem a mesma tendência dos maiores teores de argila. Os teores de COT e suas frações químicas e físicas apresentaram diferenças em relação à testemunha com os menores valores verificados nas áreas que foram submetidas ao impacto pelo transbordamento do rio e grande deposição de areia. As áreas que foram impactadas pelo soterramento com predomínio da fração argila apresentaram valores semelhantes ou superiores aos da testemunha. As variáveis foram selecionadas e avaliadas por meio da análise de componentes principais, que evidenciou distinção entre as áreas estudadas, com separação entre elas associada à textura do solo e densidade de partículas.

  12. SULPHUR AVAILABILITY IN BRAZILIAM SOILS: RESPONSE TO SULPHUR FERTILIZING IN PRESENCE AND AUSENCE OF LIMING DISPONIBILIDADE DE ENXOFRE EM SOLOS BRASILEIROS: RESPOSTA À ADUBAÇÃO SULFATADA NA PRESENÇA E AUSÊNCIA DE CALAGEM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eurípedes Malavolta

    2007-09-01

    Full Text Available

    A greenhouse experiment was carried out with surface samples of 12 soils from the States of São Paulo, Minas Gerais and Goiás (Brazil. Carbon (C content varied from 0.50 to 3.03%, sulphur from 0.0104 to 0.0319% and clay varied from 8 to 60%. Corn (<em>Zea> <em>mays> L. was grown in two successive croppings in presence of three rates of S (0, 20 and 40 ppm applied as gypsum, previously incubated in presence and absence of lime. Dry matter production did not show significant difference due to the two croppings of the soils; sulphur uptake, otherwise, was thoroughly lower in the second cropping, indicating the depletion of native and applied sulphur. Sandy soils have a lower supplying power of sulphur due to its effective small reserve. Clayey soils, moreover “cerrado” soils with higher carbon contents, possess greater croppings and sulphur uptake potentials, provided the soil acidity is neutralized. Liming, besides its role as soil acidity neutralizer and as calcium and magnesium supplier, showed positive interaction with sulphur and a synergistic effect on the depletion of soils native sulphur. The rates of sulphur which maximized dry matter yield and sulphur absorption varied in the range of 20 to 70 ppm, being the highest requirements found in clayey soils with no liming.

    Conduziu-se um experimento em casa de vegetação com amostras superficiais de 12 solos, provenientes dos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás (Brasil, com teores de carbono variando entre 0,5 e 3,03%, de enxofre total entre 0,0104 e 0,319% e de argila entre 8 e 60%. Os solos foram submetidos a dois cultivos sucessivos com milho <em>(Zea maysem> L., com os tratamentos: 12 solos, 3 doses de gesso (0, 20 e 40 ppm de S, previamente incubados na ausência e presença de calagem. A produção de matéria seca da parte a

  13. Estoques de carbono e qualidade da matéria orgânica do solo em áreas cultivadas com cana-de-açúcar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Signor

    2014-10-01

    Full Text Available A cana-de-açúcar é a principal cultura utilizada na produção de etanol biocombustível no Brasil e sua colheita pode ser feita com ou sem queima das folhas, aumentando ou diminuindo a emissão de gases do efeito estufa e a deposição de C no solo. Por meio deste trabalho, avaliou-se o efeito de sistemas de colheita de cana-de-açúcar (com e sem queima da palha, com um, três e seis anos após a última reforma do canavial sobre os teores e estoques de C no solo, a qualidade física da matéria orgânica e a imobilização de C na biomassa microbiana do solo. As áreas de colheita sem queima apresentaram maior teor de C na camada superficial e maiores estoques de C, independentemente do tempo após a última reforma. Diferenças na qualidade física da matéria orgânica ocorreram principalmente na fração com tamanho entre 53 e 75 µm, na qual a proporção de C foi maior nas áreas sem queima. Na camada de 0-10 cm, o sistema sem queima apresentou maior teor de C microbiano. A colheita sem queima da palha é eficiente em acumular C em formas que possuem alto tempo de residência no solo.

  14. Influência antrópica em três ecótonos floresta/campo da Floresta Atlântica do Sudeste do Brasil: análise de micropartículas carbonizadas em solos superficiais

    OpenAIRE

    De Oliveira, Paulo Eduardo; Passacantili, Maria da Glória Silva Bispo

    2010-01-01

    Através da quantificação de micropartículas carbonizadas em solos superficiais, determinou-se a intensidade de incêndios recentes em três áreas da Floresta Atlântica com mosaico floresta/campo: duas na Serra do Mar, São Paulo e uma na Reserva Natural Vale do Rio Doce, Linhares, Espírito Santo. As micropartículas foram quantificadas em três classes de tamanho: 51 µm. Os dados mostram que as três áreas estiveram recentemente sujeitas a incêndios. Os campos da Reserva ...

  15. Análise comparativa das características da serrapilheira e do solo em cafezais (Coffea arabica L. cultivados em sistema agroflorestal e em monocultura, na Zona da Mata MG Comparative analysis of litter and soil characteristics under coffee (Coffea arabica L. crop in agroforestry and monoculture systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Matoso Campanha

    2007-10-01

    Full Text Available O aporte de serrapilheira em sistemas agroflorestais pode melhorar as características químicas e físicas do solo, diminuir a erosão e permitir a manutenção da umidade no solo por mais tempo. Isso faz dele um sistema alternativo de produção de café em regiões com solos propensos à degradação. Este trabalho teve como objetivo realizar uma análise comparativa da quantidade e teor de nutrientes da serrapilheira e das características de fertilidade e do teor de umidade dos solos, em cafeeiros cultivados sob sistemas agroflorestal e solteiro. A pesquisa foi realizada na Zona da Mata mineira, durante o período compreendido entre janeiro de 1999 e maio de 2000. O sistema agroflorestal contribuiu com 6,1 Mg ha-1 ano-1 de matéria seca de serrapilheira, no entanto o solteiro aportou 4,5 Mg ha-1 ano-1, ressaltando-se que esta última apresentou teor mais elevado de macronutrientes. O solo do sistema agroflorestal exibiu maior teor de umidade de 20-40 cm, maior capacidade de troca de cátions e soma de bases trocáveis, maior teor de K, Ca, Mg, Cu e Zn em ambos os horizontes do solo e menor índice de saturação de alumínio e alumínio trocável na camada mais profunda do que o solo sob a monocultura. No cultivo solteiro, o solo apresentou maior teor de P e de matéria orgânica, tanto na camada superficial quanto na profunda.Coffee plants in agroforestry systems is an alternative to full sunlight cultivation, presenting the potential benefits of enhancing soil chemical and physical characteristics, reducing soil erosion, besides maintaining soil moisture for longer periods. This research aimed at comparing the quantity and nutrient concentration in the litter, soil fertility and soil moisture in coffee crops under full sunlight monocrop and in agroforestry systems, at the Zona da Mata, Minas Gerais, Brazil. The research was carried out between January 1999 and May 2000. The agroforestry system, contributed with 6.1 Mg ha-1 year-1 of

  16. Cor de solo, formas do fósforo e adsorção de fosfatos em Latossolos desenvolvidos de basalto do extremo-sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almeida J. A.

    2003-01-01

    Full Text Available Latossolos Brunos e Vermelhos férricos desenvolvidos de basalto representam parcela expressiva dos solos intensivamente cultivados do Sul do Brasil. Além dos perfis monomatizados típicos, brunos ou vermelhos, incluem-se, atualmente, nestas duas classes perfis polimatizados, que apresentam os horizontes superficiais brunados e os subsuperficiais mais avermelhados, anteriormente individualizados como Latossolo "Bruno/Roxo". Não há, ainda, no Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, um consenso quanto aos componentes de cor mais apropriados para separação dos Latossolos Brunos e Vermelhos. Graças à sua textura muito argilosa e ao alto conteúdo de óxidos de ferro, tais solos apresentam elevada capacidade de adsorção de fosfatos, à qual se pressupõe seja diferenciada de acordo com as formas dos óxidos de ferro presentes em cada modalidade. Por outro lado, a matéria orgânica, ao interagir com os óxidos de ferro, pode igualmente mascarar o efeito individual desses óxidos na fixação. Desse modo, o presente trabalho objetivou: (a testar a utilidade e a eficácia do uso de dados espectrais obtidos por refletância difusa como ferramenta para identificação dos óxidos de ferro goethita (FeOOH e hematita (Fe2O3; (b quantificar, por fracionamento químico, as diferentes formas ou compartimentos onde se encontra o fósforo nesses solos, e (c avaliar o efeito dos diferentes tipos e proporções de hematita e goethita na adsorção de fósforo, bem como o efeito da matéria orgânica na redução dessa capacidade sortiva. Foram selecionados seis perfis de solo em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, sendo dois Latossolos Brunos típicos, dois Latossolos Vermelhos férricos e dois Latossolos Brunos, provisoriamente denominados Latossolo Bruno/Vermelho férrico. Os perfis foram caracterizados do ponto de vista físico, químico e mineralógico, sendo as amostras de quatro horizontes de cada perfil selecionadas para análises mais

  17. Evaporação da água na superfície do solo em sistemas de plantio direto e preparo convencional Soil surface water evaporation under no-tillage and conventional tillage systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Genei Antonio Dalmago

    2010-08-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivos quantificar a evaporação da água na superfície do solo, em plantio direto e em preparo convencional, e avaliar o uso de microlisímetros de pesagem para medir esse processo. As medições foram feitas em campo, nos verões de 2001/2002, 2002/2003 e 2004/2005, em experimentos irrigados e não irrigados. Utilizaram-se delineamentos inteiramente casualizados, com quatro repetições, cujos tratamentos consistiram de sistemas de manejo do solo – plantio direto e preparo convencional –, e a presença ou ausência de cultivo de milho. Mediu-se a evaporação diária durante períodos de secagem do solo, entre precipitações ou irrigações consecutivas. Em experimentos sem irrigação, a evaporação acumulada foi maior sob plantio direto, na maioria dos períodos de medição, independentemente da presença da lavoura de milho. Nos experimentos com irrigação, a evaporação não apresentou diferenças regulares entre sistemas de manejo de solo. Normalmente, no início dos períodos de medição, com dois a cinco dias de secagem do solo, a evaporação foi maior em solo sob preparo convencional, tendo-se tornado maior em plantio direto, no restante do período de secagem. O emprego de microlisímetros de pesagem é eficiente para medir a evaporação na superfície do solo.This work aimed to quantify the evaporation of water on the soil surface under no-tillage and conventional tillage systems, and to evaluate the microlysimeters use to measure this process. Measurements were performed in the field, during the summers of 2001/2002, 2002/2003 and 2004/2005, in experiments with and without irrigation. Completely randomized designs were used, with four repetitions. The treatments consisted of no-tillage and conventional soil tillage systems, in the presence or absence of corn cultivation. Evaporation was measured daily, during drying periods between precipitations and consecutive irrigations. Without

  18. Modelagem geoestatística da distribuição de carbono do solo e biomassa de herbáceas em sistema silvopastoril.

    OpenAIRE

    Marystella Duarte Correia

    2013-01-01

    Estudos de algumas regiões semiáridas têm apontado o efeito benéfico de certas espécies de árvores em sistemas silvopastoris, por promoverem a formação de fertilidade do solo e aumentarem a sustentabilidade da produtividade agrícola. Neste trabalho, foram selecionadas três espécies arbóreas encontradas em pastagens de Capim buffel (Cenchrus ciliaris), juazeiro (Zyziphus joazeiro), umbuzeiro (Spondias tuberosa) e algaroba (Prosopis juliflora) da caatinga, bioma exclusivamente brasileiro,...

  19. MORFOMETRIA E EVOLUÇÃO DO USO DO SOLO E DA VAZÃO DE MÁXIMA EM UMA MICRO BACIA URBANA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Cunha Menezes

    2014-12-01

    Full Text Available O conhecimento dos atributos físicos de uma bacia hidrográfica é de suma importância para a identificação dos parâmetros que auxiliam no melhor gerenciamento dos recursos hídricos. Portanto, a caracterização morfométrica e a avaliação do uso do solo de uma bacia hidrográfica se torna uma ferramenta importante para gestão dos recursos hídricos, pois permite prever o grau de vulnerabilidade da bacia a fenômenos extremos como enchentes e inundações. Sendo assim, o presente trabalho pautou no uso das técnicas do geoprocessamento de imagens digitais para análise de atributos morfométricos e da mudança do uso do solo em uma micro bacia urbana no município de Lavras, MG, relacionando-os com a estimativa de vazão máxima como resposta a chuvas de alta intensidade. A análise dos dados e a interpretação dos resultados obtidos nas condições atuais da micro bacia hidrográfica permitiram concluir que o padrão de drenagem formado pelos cursos d’água caracteriza-se como dendrítico e de 4º ordem. A micro bacia do Ribeirão Vermelho possui a forma alongada, evidenciando um menor risco de cheias em condições normais de pluviosidade anual. O mapeamento e ocupação do solo de 2003 e 2013 indicou um aumento da área urbana em contraste com uma redução na área de pastagem, entretanto, não se observou alterações na vazão de pico entre estes anos.

  20. Altura de manejo de papuã e propriedades de solo em sistema de integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego Bortolini

    2013-08-01

    Full Text Available No sul do Brasil, há ocorrência espontânea de papuã (Urochloa plantaginea (Link R.D. Webster, nas lavouras, no período de verão, sendo que essa planta possui grande potencial forrageiro. Neste trabalho, objetivou-se avaliar as alterações ocorridas nas características físicas e na matéria orgânica do solo, em pasto de papuã, com diferentes alturas de manejo, na presença e na ausência de pisoteio animal. O trabalho foi realizado na Estação Experimental do IAPAR, no município de Pato Branco, Paraná. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com três repetições. Os tratamentos foram arranjados em esquema bifatorial, com parcelas subdivididas, durante o período de pastejo. As parcelas receberam os níveis do fator altura de manejo de pasto de papuã (0,1; 0,2; 0,3 e 0,4 m, enquanto as subparcelas foram constituídas de áreas com (pastejadas por cabras e sem pisoteio animal (corte manual. Foram avaliados, após o período de pastejo, os teores de matéria orgânica, a densidade, a porosidade total, a macro e a microporosidades do solo. De maneira geral, a altura de manejo do papuã, na presença, ou não, de pisoteio animal, não alterou significativamente as características físicas e a matéria orgânica do solo, avaliadas após o primeiro ciclo de aplicação dos tratamentos. O pisoteio animal não causou compactação adicional e, mesmo com pastejo animal, os teores de matéria orgânica no solo mantiveram-se altos.

  1. Nutrição mineral e produtividade de pimentão (Capsicum annuum L.) em resposta a diferentes biofertilizantes líquidos no solo

    OpenAIRE

    Alves, Gibran da Silva

    2006-01-01

    O pimentão (Capsicum annuum L.) é uma planta pertencente a família das solanáceas, de clima tropical e de origem latino americana. Nos últimos anos, sistemas de cultivo orgânico com a utilização de biofertilizantes líquidos tiveram um grande impulso no Brasil. Os objetivos deste estudo foram avaliar a produtividade do pimentão, as mudanças na fertilidade do solo e o estado nutricional das plantas em resposta a diferentes biofertilizantes líquidos aplicados no solo. O experimento foi realizado...

  2. Planejamento ambiental e ocupação do solo urbano em Presidente Prudente (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sibila Corral de Arêa Leão Honda

    2014-01-01

    Full Text Available O planejamento urbano ambiental é processo de extrema importância para os centros urbanos atualmente, auxiliando na ocupação racional e no equilíbrio ambiental. Não deveria ser desvinculado das políticas de desenvolvimento, pois está diretamente relacionado à qualidade de vida. Auxiliando nesse processo, o plano diretor municipal, aprovado constitucionalmente em 1988, é instrumento fundamental para orientar a ação dos agentes em prol do desenvolvimento urbano equilibrado. Apoiado nessa premissa, este artigo tem como objetivo primeiro a contribuição dessa discussão, por meio da relação de uso e ocupação do solo urbano e a produção da habitação de interesse social em cidades médias, considerando as questões ambientais, tendo como estudo de caso a realidade da cidade de Presidente Prudente, município localizado no oeste do Estado de São Paulo, no período entre 1997 e 1999. A metodologia utilizada foi baseada em pesquisa qualitativa, com levantamentos de campo dos conjuntos habitacionais escolhidos, segundo aspectos arquitetônicos, urbanísticos e ambientais. Verifica-se uma realidade inadequada no município analisado, cujos projetos de habitação social são inseridos na malha urbana desconsiderando normas, leis e diretrizes, em um processo de políticas urbanas não coerentes com os propósitos socioambientais desejáveis.

  3. Uso de resíduos em pavimentos de estradas florestais: caracterização de solos e misturas solo-grits Application of waste in forest road pavements: characterization of soils and soil-grits mixtures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reginaldo Sérgio Pereira

    2006-08-01

    Full Text Available Este artigo aborda uma etapa preliminar de um estudo direcionado às propriedades de engenharia de misturas de solos e aditivos químicos, para fins de aplicação em estradas florestais. Trabalhou-se com amostras de dois solos da Zona da Mata Norte de Minas Gerais, Brasil, de texturas arenosa e argilosa, estabilizadas com o resíduo industrial denominado "grits" proveniente de indústria de celulose. Foram realizados ensaios geotécnicos nos solos e nas misturas solo-aditivo químico, como se segue: análise granulométrica, peso específico dos sólidos, limites de Atterberg e compactação. Os resultados encontrados dos ensaios de laboratório revelaram que o resíduo apresentou bom desempenho como agente estabilizante, alterando significativamente a plasticidade e os parâmetros de compactação dos solos analisados.This paper addresses data from a research program in development on engineering properties of soil-chemical stabilizer mixtures for forest road application. Soil samples from sandy and clayey soils from the Zona da Mata Norte of Minas Gerais, Brazil, stabilized with grits (waste from cellulose industries were used throughout the study. The laboratory-testing program comprised the following geotechnical tests: sieve analysis, density of solid particles, Atterberg limits and compaction. Data supported the good behavior of waste as stabilizer agent changing significantly soil plasticity and compaction parameters.

  4. CARBONO ORGÂNICO TOTAL E AGREGAÇÃO DO SOLO EM SISTEMA DE PLANTIO DIRETO AGROECOLÓGICO E CONVENCIONAL DE CEBOLA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arcângelo Loss

    2015-08-01

    Full Text Available Decorrente dos sistemas de manejo empregados no solo, como o sistema de preparo convencional (SPC versus o sistema de plantio direto de hortaliças (SPDH, modificações nos atributos edáficos ocorrem; por exemplo, nos índices de agregação do solo e seu teor de carbono orgânico total (COT. Objetivaram-se quantificar os teores de COT e avaliar os índices de agregação do solo e a distribuição dos agregados por classes de diâmetro sob cultivo de cebola em SPDH e SPC, comparados a uma área de mata adjacente em Ituporanga, SC. Os tratamentos constituíram-se da semeadura de plantas de cobertura, solteiras e consorciadas, em SPDH: vegetação espontânea (VE; 100 % aveia; 100 % centeio; 100 % nabo-forrageiro; consórcio de nabo-forrageiro (14 % e centeio (86 %; e consórcio de nabo-forrageiro (14 % e aveia (86 %. Adicionalmente, foram avaliadas uma área de cultivo de cebola em SPC por ±37 anos e uma área de mata (floresta secundária; ±30 anos, ambas adjacentes ao experimento. Em setembro de 2013, cinco anos após a implantação dos tratamentos com plantas de cobertura, foram coletadas amostras indeformadas do solo nas camadas de 0-5, 5-10 e 10-20 cm e separados os agregados para avaliar a estabilidade via úmida. Nos agregados, foi quantificado o COT; após a separação em classes de diâmetro (8,00 mm>Ø≥0,105 mm, calcularam-se o diâmetro médio ponderado (DMP e o geométrico (DMG dos agregados; a distribuição deles em macroagregados (Ø≥2,0 mm, mesoagregados (2,0>Ø≥0,25 mm e microagregados (Ø<0,25 mm; e o seu índice de sensibilidade (IS. Os dados foram submetidos à análise de variância e de componentes principais (ACP. Os maiores teores de COT foram encontrados na área de mata (52,83; 37,77; e 26,70 g kg-1, respectivamente para 0-5, 5-10 e 10-20 cm; e os menores, no SPC (18,23 g kg-1, 0-5 cm. Os tratamentos com plantas de cobertura, solteiras ou consorciadas, não apresentaram diferenças entre si (p≤0,05 para o

  5. Phytoremediation of lead by jack beans on a Rhodic Hapludox amended with EDTA Fitorremediação de chumbo por feijão-de-porco em um Latossolo Vermelho Distrófico tratado com EDTA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Fernando Faria Pereira

    2010-01-01

    +, K+ e COD (carbono orgânico dissolvido foram determinadas no extrato de saturação (razão solo:água de 1:0,3 e utilizadas para especiação iônica através do software Visual-Minteq 2.30. A disponibilidade de Pb foi avaliada com solução extratora de ácido dietilenotriamino pentacético (DTPA. O solo tratado com EDTA apresentou maior concentração de Pb (como PbEDTA2- e Fe (como FeEDTA- na solução do solo levando a maior absorção destes elementos pelo feijão de porco. Por outro lado reduziu a concentração das espécies Pb-COD e Fe-COD. O EDTA também contribuiu com melhor nutrição da planta devido ao aumento da concentração de outros nutrientes (Ca, K, Mg, Zn, Cu, Fe e Mn na parte aérea. A produção de matéria seca foi constante mesmo para as doses mais altas de Pb no solo. O feijão-de-porco possui potencial fitorremediador. O extrator DTPA foi efetivo em avaliar a disponibilidade de Pb para as plantas para todas as doses de Pb aplicadas.

  6. Erosão hídrica em diferentes preparos do solo logo após as colheitas de milho e trigo, na presença e na ausência dos resíduos culturais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I. Bertol

    1997-09-01

    Full Text Available O preparo do solo, o qual influencia o manejo dos resíduos culturais e a rugosidade superficial, associado ao tipo de cultura utilizada, é um dos fatores que afetam a suscetibilidade do solo à erosão hídrica. Utilizando chuvas simuladas na intensidade constante de 64 mm h-1, com durações suficientes para que o escoamento superficial atingisse taxa constante de descarga, foram avaliados, em Eldorado do Sul (RS, de 1992 a 1994, em condições de campo, os seguintes tratamentos de preparo do solo: semeadura direta, na presença e na ausência dos resíduos recém-colhidos de milho e trigo; escarificação, na presença e na ausência dos resíduos recém-colhidos de milho e trigo + milho logo após a colheita do trigo; e aração + gradagem, na presença e ausência dos resíduos recém-colhidos de milho e trigo + milho logo após a colheita do trigo. Utilizou-se um solo podzólico vermelho-amarelo franco-arenoso e declividade média de 0,066 m m-1. As perdas de solo e água foram fortemente influenciadas pela rugosidade e cobertura superficiais. Na semeadura direta e aração + gradagem, a manutenção dos resíduos culturais na superfície reduziu as perdas de solo em relação à sua remoção manual quase completa. A semeadura direta com os resíduos culturais foi o tratamento mais eficaz na redução da erosão e a aração + gradagem, sem os resíduos, o menos eficaz. A escarificação com os resíduos culturais na superfície apresentou maior perda de solo do que a semeadura direta e aração + gradagem também com os resíduos na superfície. Em geral, as perdas de água por escoamento superficial seguiram o mesmo comportamento das perdas de solo.

  7. DESENVOLVIMENTO INICIAL DE DUAS VARIEDADES DE ALFACE EM FUNÇÃO DE DOIS TIPOS DE SUBSTRATOS E COBERTURA DO SOLO / INITIAL DEVELOPMENT OF TWO VARIETY LETTUCE IN FUNCTION OF TWO TYPES OF SUBSTRATES AND GROUND COVER

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. de A. L. Souza

    2016-09-01

    Full Text Available Objetivou-se neste trabalho avaliar desenvolvimento inicial de duas variedades de alface ‘Ruby’ e ‘Manteiga’ em função dos tipos de substratos de cultivo e do tipo de cobertura do solo. O trabalho foi desenvolvido em Telado Agrícola e Laboratório de Fitossanidade e Sementes, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, em Sobral. As sementes das duas variedades foram postas para germinar em bandejas de poliestireno expandido (isopor de 128 células; quando estas apresentavam quatro folhas definitivas, cerca de 20 dias após a semeadura, foram transplantadas para o local definitivo, em vasos com capacidade de 8,0 L. O ensaio foi disposto em Delineamento Inteiramente Casualizado (DIC em esquema fatorial 2 x 2 x 3, subdivididas no tempo, sendo duas variedades de alface (‘Ruby’ e ‘Manteiga’, dois tipos de substratos (areia - SMO e esterco - CMO, e três tipos de coberturas do solo (testemunha (sem cobertura, bagana de carnaúba - BC e Mulching - MUL, em quatro épocas de avaliação (10, 20, 30 e 40 DAT. De acordo com os resultados obtidos com o ensaio, constatou-se que o uso dos diferentes substratos utilizados não interferiu na área foliar das variedades de alface avaliadas; A cobertura de solo, tanto o mulching quanto a bagana de carnaúba, mostraram resultados significativos para o desenvolvimento das variedades de alface utilizadas, mostrando-se que além de eficiente em reter água no solo, também auxilia na inibição do surgimento de plantas daninhas, reduzindo assim a competição entre elas e as variedades de alface.

  8. Acidez do solo e calagem em pomares de frutíferas tropicais Soil acidity and liming in tropical fruit orchards

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    William Natale

    2012-12-01

    Full Text Available A produtividade agrícola nos trópicos é afetada, principalmente, pelos fatores ligados à acidez do solo (pH, saturação por bases, acidez potencial, disponibilidade de nutrientes. A calagem é uma prática bem conhecida para corrigir a acidez do solo em culturas anuais, ainda que não seja praticada com a regularidade necessária. Entretanto, em culturas perenes, a incorporação de corretivos é mais complexa, devido às características desse grupo de plantas e à carência de informações científicas sobre o assunto. Em condições de acidez, a calagem promove a neutralização do Al3+, a elevação do pH e o fornecimento de Ca e Mg, possibilitando a proliferação de raízes, com reflexos positivos no crescimento da parte aérea das plantas. Contudo, devido à baixa solubilidade e à lenta movimentação do calcário ao longo do perfil do solo, há obrigatoriedade de se fazer distribuição uniforme e incorporação profunda, antecedendo a implantação do pomar, a fim de garantir o eficiente aproveitamento de água e de nutrientes contidos nessas camadas. A calagem deve ser considerada um investimento, pois seus benefícios perduram além de um ano ou de uma safra agrícola. Isso se deve ao efeito residual dos corretivos de acidez do solo, sendo o tempo de duração desse efeito dependente de vários fatores, entre os quais: condições edafoclimáticas, cultura, manejo da área e tipo de corretivo empregado. Em geral, partículas maiores de calcário têm efeito residual mais prolongado, sendo empregadas na implantação dos pomares. No entanto, a relação entre o tamanho da partícula e o efeito residual tem sido pouco pesquisada, devido à necessidade de estudos de longa duração. Em função das elevadas doses de adubos nitrogenados utilizadas nos pomares de altos rendimentos, a acidez do solo aumenta, como resultado do processo de nitrificação. Em pomares já implantados, o procedimento atualmente utilizado pelos produtores

  9. Distribuição de estanho em solos e em estevas da área envolvente das minas de Neves Corvo Tin distribution in soils and plants, Cistus ladanifer L., in Neves Corvo mining are

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. J. Batista

    2009-01-01

    Full Text Available A área mineira de Neves Corvo inclui a Mina de Neves Corvo (MNC cuja exploração teve início em 1988 para Cu e Sn e outras seis minas de Mn e Cu já abandonadas. Na região ocorrem formações geológicas do Complexo Vulcano-Sedimentar (CVS hospedeiras dos sulfuretos maciços portadores das mineralizações e formações do grupo do Flysch compostas de xistos e grauvaques. Neste trabalho, estudou-se a distribuição do estanho nos solos e a sua capacidade de absorção e translocação pelas plantas (Cistus ladanifer L. na área mineira de Neves Corvo. As amostras foram colhidas em duas campanhas, entre 1971-72, cerca de 27 anos antes da laboração na MNC, e numa 2ª campanha (1998, 10 anos após o inicio da laboração desta mina, onde nos mesmos locais foram colhidos solos e plantas. As amostras de solos (horizonte superficial, de ambas as campanhas, e de plantas da 2ª campanha foram sujeitas a digestão com quatro ácidos para análise total dos elementos por ICP-AES. Os solos das duas campanhas, desenvolvidos no Flysch, apresentam as mesmas concentrações médias de Sn (2,9 mg kg -1, contrariamente ao que acontece nos solos que cobrem as formações do CVS cujas concentrações na 2º campanha são cerca do dobro das da primeira (4,5 e 10,4 mg kg-1 , respectivamente na 1ª e 2ª campanhas, notando-se assim a influência da actividade mineira nestas formações que são hospedeiras da mineralização de estanho. No entanto, em ambos os casos, os solos apresentam concentrações médias de Sn consideradas de fundo geoquímico. Em geral, as plantas apresentam concentrações de Sn mais elevadas nas raízes do que na parte aérea. Os solos apresentam teores de Sn inferiores aos das plantas indicando que estas têm capacidade para acumular aquele elemento. Este facto, pode estar relacionado com a presença de estanho nos solos quase neutros, sob a forma de estanite, também observada nas mineralizações. Nas plantas próximas da explora

  10. Alterações oxidativas (cor e lipídios em presunto de peru tratado por Alta Pressão Hidrostática (APH

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Pereira Mathias

    2010-12-01

    Full Text Available A Alta Pressão Hidrostática (APH consiste em uma tecnologia inovadora de processamento de alimentos com utilização de pressões elevadas (100 a 900 MPa que possui vantagens em relação às tecnologias térmicas convencionais, pois mantém as características sensoriais do alimento próximas do original e garante segurança do ponto de vista microbiológico, por prolongado período de vida útil. No presente estudo, foi avaliada a aplicação de alta pressão a presunto de peru nos processos oxidativos, em particular na oxidação de lipídios e os efeitos na cor do produto, quando tratados a pressões de 200 a 400 MPa, por 5, 10 e 15 minutos em temperatura ambiente. Dos resultados obtidos, pode-se observar que não foram verificadas diferenças significativas (p > 0,05 entre amostras controle e pressurizada para o índice de TBA e índice de peróxido. Foi observado também alteração da cor decorrente de reações oxidativas aos 45 e 65 dias de armazenamento em amostras tratadas com pressões de 400 MPa a 5 e 15 minutos

  11. Biodistribution of samarium-153-EDTMP in rats treated with docetaxel Biodistribuição de EDTMP-153-samário em ratos tratados com docetaxel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arthur Villarim Neto

    2009-02-01

    Full Text Available PURPOSE: Many patients with metastatic bone disease have to use radiopharmaceuticals associated with chemotherapy to relieve bone pain. The aim of this study was to assess the influence of docetaxel on the biodistribution of samarium-153-EDTMP in bones and other organs of rats. METHODS: Wistar male rats were randomly allocated into 2 groups of 6 rats each. The DS (docetaxel/samarium group received docetaxel (15 mg/kg intraperitoneally in two cycles 11 days apart. The S (samarium/control group rats were not treated with docetaxel. Nine days after chemotherapy, all the rats were injected with 0.1ml of samarium-153-EDTMP via orbital plexus (25µCi. After 2 hours, the animals were killed and samples of the brain, thyroid, lung, heart, stomach, colon, liver, kidney and both femurs were removed. The percentage radioactivity of each sample (% ATI/g was determined in an automatic gamma-counter (Wizard-1470, Perkin-Elmer, Finland. RESULTS: On the 9th day after the administration of the 2nd chemotherapy cycle, the rats had a significant weight loss (314.50±22.09g compared (pOBJETIVO: Muitos pacientes com metástases ósseas são tratados com radiofármacos associados com quimioterapia para alívio da dor óssea. O objetivo do trabalho foi estudar a influência do docetaxel na biodistribuição do EDTMP-153-samário nos ossos e outros órgãos de ratos. MÉTODOS: Ratos Wistar foram aleatoriamente alocados em 2 grupos de 6 animais cada. O grupo DS (docetaxel/samário recebeu docetaxel (15 mg/kg intraperitoneal em dois ciclos com 11 dias de intervalo. Os ratos do grupo S (samário/controle não foram tratados com docetaxel. Nove dias após a quimioterapia, todos os animais receberam 0,1ml de EDTMP-153-samário via plexo orbital (25µCi. Após 2 horas, os animais foram mortos e feitas biópsias de cérebro, tireóide, pulmão, coração, estômago, cólon, fígado, rim e fêmures. O percentual de radioatividade por grama (%ATI/g de tecido de cada bi

  12. Crescimento inicial de Dimorphandra wilsonii (Fabaceae - Caesalpinioideae em diferentes condições de fertilidade em solo de cerrado Early development of Dimorphandra wilsonii (Fabaceae - Caesalpinioideae in Cerrado under different soil fertility conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Bacelar Fonseca

    2010-06-01

    Full Text Available Dimorphandra wilsonii Rizz. é uma espécie arbórea criticamente ameaçada de extinção. Foi descrita para áreas de maior fertilidade no Domínio do cerrado; entretanto, atualmente ocorre em áreas isoladas e de baixa fertilidade natural. Com o objetivo de avaliar a adaptação desta espécie a condições de oligotrofia, plantas foram cultivadas em casa de vegetação em solo destas áreas oligotróficas, mas com diferentes níveis de fertilidade. A partir da análise de fertilidade do solo foram definidas as doses de macronutrientes (NPK e a dose de calcário a serem utilizadas nos tratamentos que se constituíram de dois níveis de calagem e três níveis de adubação. Após 220 dias do plantio, os tratamentos que aumentaram significativamente o crescimento foram aqueles que receberam adubação com a dose indicada de NPK em solo não corrigido pela calagem e aquele que teve o solo calado e adubado com duas vezes a dose indicada de NPK. A calagem por si só não promoveu maior crescimento, mas propiciou respostas crescentes de crescimento a níveis crescentes de disponibilidade de nutrientes. Foram encontrados nódulos radiculares em todos os tratamentos, e os resultados permitiram concluir que a espécie apresenta requerimento nutricional coerente com sua área de origem no Domínio do Cerrado. Também foi possível ressaltar a fixação biológica de nitrogênio, incomum em Caesalpinioideae, como estratégia adaptativa para crescimento em áreas com baixa oferta de nutrientes.Dimorphandra wilsonii Rizz. is a critically endangered tree species. It has been described for sites of higher soil fertility in the Cerrado Domain. However, it occurs nowadays in isolated areas of low natural fertility. To study species adaptation to oligotrophic conditions, plants were grown in a greenhouse in soils from oligotrophic sites but with different levels of fertility. After soil fertility analysis, the macronutrients (NPK and lime doses to be used in

  13. Nutrientes minerais na biomassa da parte aérea em culturas de cobertura de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Borkert Clóvis Manuel

    2003-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estimar as quantidades de nutrientes reciclados por cinco espécies vegetais utilizadas como culturas de cobertura do solo e que podem retornar ao solo pela mineralização da biomassa. Foram coletadas de vários experimentos amostras da matéria verde de aveia-preta (Avena strigosa Schreb, mucu-napreta (Stizolobium aterrimum Piper & Tracy, guandu (Cajanus cajan (L. Millsp, tremoço (Lupinus albus L. e L. angustifolius L. e ervilhaca (Vicia sativa L.. Foi estimado o rendimento de matéria seca e determinados os teores de N, P, K, Ca, Mg, Mn, Zn, Cu, e, a partir dessas concentrações, foram calculadas a média observada, a média estimada e o intervalo de confiança a 95% para cada nutriente dentro de cada classe de rendimento de matéria seca, em cada espécie vegetal. Os dados foram tabulados dentro de intervalos de classe de rendimento de matéria seca e apresentadas as quantidades estimadas de nutrientes minerais. Foram ajustadas equações para estimar as quantidades desses nutrientes. A aveia-preta e a ervilhaca reciclam grande quantidade de K, e a ervilhaca, a mucu-napreta, o tremoço e o guandu reciclam grande quantidade de N. Todas as espécies reciclam quantidades apreciáveis de Ca, Mg e micronutrientes, porém baixas quantidades de P. A rotação de culturas é um meio de implementar com sucesso o aumento das áreas de lavoura em semeadura direta.

  14. Desempenho de cultivares e híbridos de milheto em solo submetido a compactação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christianne V. Guimarães

    2013-11-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, avaliar o crescimento aéreo e radicular de cultivares e híbridos de milheto em solo submetido a quatro níveis de compactação do solo. Foram utilizados sete híbridos de milheto - Pennisetum glaucum L. (40425, 40853, 41312, 51499, 60018, 60019 e ADR7010 e as variedades ADR300 e ADR500; aos 30 dias após o plantio determinaram-se as massas da matéria seca da parte aérea e das raízes, a densidade do comprimento radicular e o diâmetro médio radicular. Na densidade de 1,74 Mg m-3 as cultivares e híbridos de milheto apresentaram uma redução elevada da massa verde da parte aérea, massa seca da parte aérea, altura de plantas e área foliar. Os híbridos 40853 e 60019 apresentaram comportamento inferior aos demais híbridos e cultivares na produção de matéria verde e seca da parte aérea e altura de plantas na densidade de 1,65 Mg m-3. As cultivares ADR500 e ADR300 e os híbridos 40425 e 51499 se destacaram na produção de massa verde e seca e altura de plantas na densidade de 1,65 kg m-3. A maior densidade de comprimento radicular média entre as cultivares de milheto foi verificada na densidade do solo de 1,46 Mg m-3. A cultura do milheto demonstrou potencial como planta descompactadora do solo.

  15. Efeito da saturação por bases sobre a atividade de fosfatases em um solo de tabuleiro costeiro cultivado com citros. I. Correlações entre a atividade enzimática e as diferentes características do solo alteradas pela calagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. F. Fernandes

    1998-09-01

    Full Text Available Neste trabalho, utilizaram-se amostras de um Podzol cultivado com citros, na Estação Experimental de Umbaúba, Umbaúba-SE (Centro de Pesquisa Agropecuária dos Tabuleiros Costeiros-EMBRAPA, para avaliar a atividade de fosfatases ácidas e alcalinas em solo de tabuleiro costeiro submetido a diferentes porcentagens de saturação por base (32, 45, 68 e 76,6%, bem como as relações entre essas atividades e algumas características do solo. Respostas positivas ao incremento da saturação por bases foram observadas para pH, teor de matéria orgânica, fósforo disponível e atividade de fosfatases ácidas e alcalinas, em seus respectivos valores de pH ótimo de 6,5 e 11,0, ao passo que a biomassa microbiana não foi alterada significativamente por esse fator. Observou-se que a atividade da fosfatase ácida apresentou correlação significativa e positiva com a matéria orgânica e teores de cálcio e de magnésio trocáveis. A resposta das fosfatases alcalinas à saturação foi influenciada pelo pH, pela matéria orgânica, pelos teores de cálcio e de magnésio e pela biomassa microbiana do solo. Nenhuma das duas enzimas apresentou correlação com os teores de fósforo encontrados no solo analisado. No entanto, observou-se inibição da atividade das enzimas, quando a análise foi realizada em uma solução de reação com concentração de 124 ∝g mL-1 de P.

  16. Presença dos gêneros Trichoderma e Fusarium em solo rizosférico e não rizosférico cultivado com tomateiro e pepineiro, em horta e estufa Presence of the genus Trichoderma and Fusarium in rhizosphere and bulk soil cultivated with tomato and cucumber, in vegetable garden and greenhouse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Zago Ethur

    2008-02-01

    Full Text Available Para a elaboração adequada de programas de biocontrole de patógenos de solo, é necessário conhecer a distribuição de patógenos e antagonistas nesse ambiente. O objetivo deste trabalho foi estudar a presença dos gêneros Trichoderma e Fusarium em solo rizosférico e não-rizosférico, cultivado com tomateiro e pepineiro, em horta e estufa, e identificar os isolados de Fusarium spp. patogênicos às culturas. Para isso, em horta e estufa, foram realizadas 40 amostragens de solo rizosférico (tomateiro e pepineiro e 20 de solo não-rizosférico. As suspensões dos solos foram diluídas, incubadas em meio BDA e os fungos identificados. Posteriormente, foi realizado o teste de patogenicidade para o tomateiro e o pepineiro, com os isolados de Fusarium spp. obtidos dos solos coletados. Em estufa, para o tomateiro e para o pepineiro, o número de pontos de amostragem com a presença de Trichoderma spp. em solo rizosférico foi significativamente maior (95 e 45%, respectivamente do que em solo não-rizosférico (10%. Neste ambiente, ocorreu diferença na presença de Trichoderma spp. e Fusarium spp., sendo encontrados, respectivamente, em 10 e 55% dos pontos de amostragem. No teste de patogenicidade, cinco isolados de Fusarium oxysporum do tomateiro e seis do pepineiro foram patogênicos às respectivas culturas. Em estufa, Trichoderma spp. ocorre com maior freqüência na rizosfera, enquanto Fusarium spp. está distribuído no solo, e a maioria dos isolados de Fusarium spp. não é patogênica ao tomateiro nem ao pepineiro.For the adequate elaboration of biocontrol programs of soil borne pathogens, it is necessary to understand the distribution of pathogens and antagonists in this environment. This research was aimed at studing the presence of the fungi Trichoderma and Fusarium in rhizosphere and bulk soil, cultivated with tomato and cucumber, in vegetable garden and greenhouse, and to quantify the isolates of Fusarium spp. pathogenic to the

  17. Evolution of physical properties of soils according to tillage systems on annual crops/ Evolução de propriedades físicas do solo em função dos sistemas de manejo em culturas anuais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério R. M. Ferreira

    2006-06-01

    Full Text Available Soil management must keep the soil physical properties next to the original conditions in natural systems to assure the sustainability of agricultural systems. This review synthesizes the effects of conventional tillage, minimum tillage and no-tillage systems of annual crops, on soil physical properties as bulk density, porosity, soil resistance to root penetration, infiltration speed, hydraulic conductivity,compressibility, organic matter level, soil aggregate size and stability. No-tillage presents advantages on organic matter level, size and stability of aggregates, compressibility and hydraulic conductivity but has limitations on bulk density and resistance to root penetration. Minimum tillage with chisel plow is specially efficient in relation to infiltration speed and hydraulic conductivity, and intermediate between conventional and no-tillage in other aspects. Conventional tillage with total pulverization of soil surface,mainly on tropical conditions, presents the less favorable scores on soil physical properties, close to minimum tillage and no-till only in few circumstances, and frequently the most different from the natural conditions. The conservation systems by their side, despite of similarities in some aspects with natural conditions, are not able to reproduce the conditions of natural forests, savannas or natural pastures, but are in the sustainability direction.Para assegurar a sustentabilidade do sistema produtivo, o manejo do solo deve manter as propriedades físicas do solo o mais próximo das condições originais em que este se encontrava na natureza. Esta revisão sintetiza os efeitos de três sistemas de manejo de solo (convencional, mínimo e direto em culturas anuais sobre as propriedades físicas do solo como densidade, porosidade, resistência à penetração, velocidade de infiltração, condutividade hidráulica, compressibilidade, nível de matéria orgânica, tamanho e estabilidade de agregados. O plantio direto

  18. Sistema de aquisição de dados para equipamento de medida da permeabilidade intrínseca do solo ao ar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Roberto da Silveira

    2011-04-01

    Full Text Available A permeabilidade intrínseca - ou simplesmente permeabilidade do solo ao ar - é uma propriedade importante para a identificação de alterações no espaço poroso do solo causadas pelas práticas de manejo, na estimativa de propriedades do solo mais difíceis e onerosas e na composição de modelos de fluxo de fluidos em solos agrícolas e em solos contaminados. O objetivo do presente estudo foi construir um sistema de aquisição de dados (módulo eletrônico e programa computacional para a medida da permeabilidade do solo ao ar em laboratório, utilizando-se materiais disponíveis no local e ferramentas computacionais de acesso livre. O sistema de aquisição de dados mostrou-se bastante preciso na determinação da permeabilidade do solo ao ar, com intervalo de confiança de 9,42 ± 0,085 μm² (95 %, para uma amostra-padrão constituída de partículas com diâmetro de 0,106 a 0,250 mm da fração areia de um Latossolo Vermelho-Amarelo textura média. A estimativa da permeabilidade do solo ao ar, considerando a viscosidade dinâmica do ar em função da temperatura, foi significativamente maior que a estimativa com valor fixo de viscosidade dinâmica em aproximadamente 20 ºC. A medição realizada em uma amostra de solo com estrutura indeformada de um Latossolo Vermelho foi tão precisa quanto à da amostra-padrão, e a estimativa da massa de água removida da amostra foi de 3,27 mg.

  19. CONDUTIVIDADE HIDRÁULICA NO PROCESSO DE ELUIÇÃO EM UM SOLO BRUNO-NÃO-CÁLCICO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.N.V. DE ANDRADE

    1996-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o efeito da porcentagem de sódio trocável do solo e da concentração eletrolítica da água de percolação, sobre a condutividade hidráulica em um solo Bruno-Não-Cálcico da região do Rio Salitre-BA, o presente experimento foi conduzido em condições de laboratório e consistiu da determinação da condutividade hidráulica do solo saturado utilizando-se diferentes soluções percolantes, da condutividade elétrica da solução percolada e dos teores de sódio antes e após a eluição com as soluções. Utilizando a câmara de membrana de pressão de Richards, foram determinados os teores de sódio deslocado a diferentes tensões. Uma baixa correlação entre a condutividade hidráulica e a porcentagem de sódio intercambiável foi encontrada. A aplicação da solução de sulfato de cálcio apresentou um efeito benéfico sobre a condutividade hidráulica do solo saturado, exceto quando processos irreversíveis de dissolução mineral ocorreram. Este efeito esteve associado ao pH ou ao conteúdo de carbonatos na solução percolante.The purpose of this work was to evaluate the effect of exchangeable sodium percentage and electrolite concentration of percolating water, on the hydraulic conductivity of a Noncalcic Brown Soil of the region of the River Salitre-Ba, Brazil. The experiment was conducted under laboratory conditions and consisted of the determination of the saturated hydraulic conductivity using leaching solutions with different electrolite concentrations. In addition, the eletrical conductivity of the percolate and sodium exchangeable concentration, were measured before and after percolation of the solution. Using Richards pressure-membrane apparatus, contents of sodium dislocated were measured at different tensions. A low correlation between the hydraulic conductivity and the exchangeable sodium percentage levels was found. Application of calcium sulfate solution presented a beneficial effect on the

  20. Renegociação do Tratado de Itaípu entre Lugo e Lula

    OpenAIRE

    Almeida, Giordano Sousa de

    2015-01-01

    Este trabalho objetiva analisar o processo de ratificação do ajuste no Anexo C do Tratado de Itaipu, ocorrido, no Congresso Nacional brasileiro, em decorrência do acordo assinando entre o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e seu homólogo paraguaio Fernando Armindo Lugo de Méndez, em julho de 2009. Especificamente, procurou-se entender se haveria alguma relação especial existente entre os Governos brasileiro, chefiado pelo Partido dos Trabalhadores, e o paraguaio, chefiado por ...

  1. Comportamento espectral de materiais de solos e de estruturas biogênicas associadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. A. M. Demattê

    1998-12-01

    Full Text Available No presente estudo, verificou-se a interferência da macrofauna edáfica sobre os atributos físicos e químicos e sua relação com a reflectância espectral de um Latossolo Vermelho-Amarelo (LV, Terra Roxa Estruturada latossólica (TR e Vertissolo (V. Esses solos localizam-se em três pontos ao longo de uma toposseqüência da região de Piracicaba (SP. As amostras foram direcionadas para os agregados formados pelas formigas cortadeiras (Atta sp., cupins (Cornitermes cumulans e minhocas (Pontoscolex corethrurus, os quais foram comparados com o solo-controle sem atividade visível e recente dos animais (testemunha. Foram avaliadas a granulometria e a composição química das amostras de solo. O comportamento espectral do solo foi obtido em laboratório, utilizando espectroradiômetro entre 400 e 2.500 nm. Os coprólitos de minhoca apresentaram 2 a 3 vezes mais fósforo e um incremento de 30 a 50% na matéria orgânica em relação ao horizonte superficial do solo. Os agregados de cupins e formigas apresentaram composição química semelhante à dos horizontes subsuperficiais dos solos. O comportamento espectral dos agregados biológicos variou conforme sua composição química e profundidade de ação dos animais. No caso da minhoca, as curvas de reflectância foram semelhantes às do horizonte superficial para os três solos. Para as estruturas de cupim e formiga, tanto a composição química como o comportamento espectral corresponderam ao horizonte subsuperficial no LV e TR.

  2. Geoquímica de solos do pantanal norte, Mato Grosso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine de Arruda Oliveira Coringa

    2014-12-01

    Full Text Available A caracterização e análise geoquímica de solos permitem compreender os processos de migração, dispersão e concentração de elementos químicos no perfil, embasando a correlação dos atributos deles com as classes de solos formadas, o que possibilita inferências acerca das gêneses desses solos. Esta pesquisa teve por objetivos caracterizar e interpretar a composição geoquímica total de elementos maiores e menores em classes de solos representativas do Pantanal norte, na sub-região de Barão de Melgaço, Mato Grosso, Brasil. Foram selecionados 20 perfis das principais classes de solos do Pantanal e analisadas amostras dos horizontes A e B (ou C quanto à concentração de óxidos totais por espectrometria de fluorescência de raios-X, além das caracterizações física, química e mineralógica. Os solos subdividiram-se em dois tipos geoquímicos: um composto por textura arenosa a franco-arenosa com teores relativamente elevados de SiO2 e predominância de caulinita e quartzo, com menor teor de bases e elementos-traço; e outro composto por textura mais argilosa, geoquimicamente heterogêneos e com teores significativos de minerais 2:1, Al2O3, óxidos de Fe e Mn, bases e elementos-traço.

  3. Perdas de solo e nutrientes em área de Caatinga decorrente de diferentes alturas pluviométricas. = Soil and nutrient losses in Caatinga Forest due to rainfall depths.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Célia Maia Meireles

    2009-12-01

    Full Text Available Objetivou-se com este estudo avaliar as perdas de solo e nutrientes por erosão hídrica em quatro áreas sob vegetação de Caatinga com diferentes coberturas vegetal em três alturas pluviométricas. Foram instalados 24 coletores de solo distribuídos em quatro microbacias (A, B, C e D localizadas em uma área de caatinga no município de Iguatu, Ceará. Os coletores eram espaçados 3 m entre si e cada um representava uma área de 30 m2. As coletas foram realizadas a cada 24 horas no período de janeiro a maio de 2008 (período chuvoso. O solo coletado era conduzido ao Laboratório de Solos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE, campus Iguatu, seco em estufa e agrupados de acordo com os seguintes intervalosde altura pluviométrica como se segue: 51 mm. Para quantificar os nutrientes perdidos, foram feitas análises químicas do solo no Laboratório de Água e Solo da Embrapa Agroindústria Tropical. Os elementos analisados foram: Ca, Mg, K, Na, P, Fe, Mn, N e matéria orgânica (MO. Os resultados mostraram que a cobertura rasteira mostrou maior eficiência na redução das perdas de solo e nutrientes, visto que as áreas que apresentavam apenas cobertura rasteira tiveram menores perdas; a cobertura vegetal mostrou-se mais importante no controle do processo de erosão e as maiores perdas registradas foram da matéria orgânica. = The aim of this study was to evaluate the losses of soil and nutrients due to rainfall erosion in the Caatinga Forest by investigating three different rainfall depths. The cover vegetation effect on the soil losses was also analyzed. Twenty-four soil collectors were installed in four small watersheds (A, B, C, and D located in the city og Iguatu, Ceará, Brazil. The distance bewteen each other collectors was 3 and each was representative of an area of 30 m2. Samples were collected at intervals of 24 hours duirng January-May/2008 (rainy season. The soil samples were forced dried by air oven in

  4. Influência antrópica em três ecótonos floresta/campo da Floresta Atlântica do Sudeste do Brasil: análise de micropartículas carbonizadas em solos superficiais

    OpenAIRE

    De Oliveira,Paulo Eduardo; Passacantili,Maria da Glória Silva Bispo

    2010-01-01

    Através da quantificação de micropartículas carbonizadas em solos superficiais, determinou-se a intensidade de incêndios recentes em três áreas da Floresta Atlântica com mosaico floresta/campo: duas na Serra do Mar, São Paulo e uma na Reserva Natural Vale do Rio Doce, Linhares, Espírito Santo. As micropartículas foram quantificadas em três classes de tamanho: < 25 µm, de 26 a 5 0µm e > 51 µm. Os dados mostram que as três áreas estiveram recentemente sujeitas a incêndios. Os campos da Reser...

  5. Relação entre solo e haste sulcadora de semeadora em Latossolo escarificado em diferentes épocas Soil and planter shank relation in an Oxisol chiseled at different times

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David Peres da Rosa

    2008-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar a duração dos efeitos da escarificação em Latossolo Vermelho argiloso, pelo estudo da relação entre solo e haste sulcadora de semeadora. Os tratamentos foram: solo sob semeadura direta há 13 anos; solo escarificado há quatro anos (2001; solo escarificado há dois anos (2003; e solo escarificado há seis meses (2005, todos com ou sem tráfego de máquinas agrícolas. Dados de esforço vertical, momento associado à haste sulcadora, área de solo efetivamente mobilizada, resistência específica operacional, macroporosidade, microporosidade, porosidade total e densidade do solo foram coletados, e o esforço de tração na haste sulcadora foi calculado. A demanda de esforços aumentou com o incremento no decurso do tempo de execução da escarificação, e o solo escarificado há seis meses apresentou a menor demanda. O solo escarificado há quatro anos apresentou comportamento similar ao solo sob semeadura direta, e ofereceu a menor área mobilizada e a maior resistência operacional. Nos parâmetros físicos, diferenças foram observadas apenas na camada 0-0,10 m, onde o solo recém escarificado apresentou a maior macroporosidade, e menor microporosidade e densidade do solo. Após quatro anos, não se evidenciou mais o efeito da escarificação na relação entre solo e haste sulcadora.The objective of this study was to evaluate the chiseling effect duration in an Oxisol, based on the study of soil and planter shank relation. The treatments were: no-till for 13 years; four years since chiseling (2001; two years since chiseling (2002; and six months since chiseling (2005, where all treatments were submitted or not to traffic with agricultural machinery. Data about vertical force and moment associated to: shank, soil mobilized area, specific operational resistance, macroporosity, microporosity, total porosity and soil density, were collected, and draught on shank was calculated. Increasing of time since

  6. INFLUÊNCIA DO CULTIVO DE CANA-DE-AÇÚCAR NAS PERDAS DE SOLO POR EROSÃO HÍDRICA EM CAMBISSOLOS NO ESTADO DE SÃO PAULO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edvania Ap Correa

    2018-04-01

    Full Text Available Considerando o destaque do estado de São Paulo na produção sucroalcooleira do país, o objetivo deste trabalho foi o de avaliar a interferência do cultivo de cana-de-açúcar nas perdas de solo por erosão hídrica em Cambissolos de textura franco arenosa do leste paulista. Para quantificar as perdas foram utilizadas 4 parcelas de monitoramento, localizadas na bacia hidrográfica do ribeirão Monjolo Grande, pertencente à bacia do rio Corumbataí. Para avaliar o vigor vegetativo, foram obtidos valores de NDVI em diferentes estágios de crescimento da cana e em parcelas desprovidas de cobertura vegetal. Ao longo do ano experimental set/2013 a set/2014, a erosividade registrada de 4546,8 MJ/ha/ano foi responsável por perdas totais de 74,03 e 206,53 t ha-1 ano-1 nas duas parcelas de solo exposto e de 49,04 e 84,85 t ha-1 ano-1 nas duas parcelas de cana. A coincidência entre os períodos chuvosos e a ausência de cobertura dos solos na entressafra e estágios iniciais de plantio agrava os processos erosivos. Os maiores teores de areia fina e declives superiores a 12% indicaram maior suscetibilidade erosiva. As condições de limitação hídrica e/ou deficiência nutricional comprometeram o desenvolvimento vegetativo, reduzindo a proteção dos solos. Os resultados reforçam a necessidade de adequação das práticas de uso da terra na área de estudo

  7. Regressões Logísticas Múltiplas: fatores que influenciam sua aplicação na predição de classes de solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre ten Caten

    2011-02-01

    Full Text Available Métodos mais eficazes para determinação do padrão de distribuição de classes de solo na paisagem precisam ser avaliados visando suprir a demanda por mapas de solo em escalas regional e global. Neste estudo, Regressões Logísticas Múltiplas foram utilizadas como modelos preditores em uma aplicação de Mapeamento Digital de Solos. Os modelos foram gerados utilizando um mapa de solos existente como variável dependente e atributos de terreno como variáveis independentes, o que possibilitou determinar a probabilidade de encontrar classes de solo na paisagem no primeiro e no segundo nível categórico do SiBCS. A qualidade dos mapas preditos foi verificada por meio da matriz de contingência. A classe dos Argissolos foi predita corretamente, em relação ao mapa original, em aproximadamente 85 %. As classes de solos hidromórficos (Planossolos e Gleissolos foram preditas corretamente em 75 %. Houve confundimento dos modelos para as classes que ocupam posições muito semelhantes na paisagem. Foi verificado também que classes de solo pouco representativas na paisagem não são adequadamente espacializadas em razão da sensibilidade dos modelos logísticos à proporção relativa das amostras usadas para treinar os modelos.

  8. Misturas de um solo laterítico com cimento e bentonita para uso em cortinas verticais Mixtures of a lateritic soil with cement and bentonite for slurry wall purposes

    OpenAIRE

    Priscila Batista; Adilson do Lago Leite

    2010-01-01

    É crescente mundo afora o uso de cortinas verticais para contenção da contaminação em água subterrânea. Os solos lateríticos, pela sua ampla distribuição no Brasil, possuem grande potencial de aplicação nessas obras. Entretanto algumas questões ainda carecem de maior investigação, como a interação e compatibilidade desses solos com a bentonita e o cimento, principais aditivos usados para melhorar as propriedades das cortinas. O presente artigo avalia propriedades de um solo laterítico e suas ...

  9. Estrutura da comunidade de artrópodes de solo em diferentes fitofisionomias da Reserva Particular do Patrimônio Natural – Sesc Pantanal, Brasil

    OpenAIRE

    Mudrek, Jessica Rhaiza; Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG); Massoli Junior, Edson Viana; Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG)

    2014-01-01

    As teias alimentares presentes na serrapilheira são de extrema importância para que haja a ciclagem dos nutrientes presentes no solo. A fauna de artrópodes de solo vem sendo estudada no Pantanal matogrossense para que ocorra identificação dos grupos, bem como sua riqueza e distribuição. O objetivo deste trabalho foi analisar a comunidade de artrópodes em duas fitofisionomias do Pantanal, além de verificar a relação da abundância e/ou riqueza da fauna com a altura da serrapilheira. O estudo fo...

  10. Qualidade física do solo em pomar de laranjeira no noroeste do paraná com manejo da cobertura permanente na entrelinha Soil physical quality in an orange orchard in northwestern parana as affected by groundcover management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonez Fidalski

    2007-06-01

    Full Text Available O tráfego de máquinas e a compactação do solo ocorrem próximo à copa das plantas de citros, aumentando as restrições físicas do solo ao crescimento das raízes. Estratégias de manejo incluem o uso de coberturas permanentes do solo nas entrelinhas de pomares de laranjeira, mas são desconhecidos os seus efeitos na qualidade física do solo. O objetivo deste estudo foi quantificar o impacto de sistemas de manejo com cobertura permanente do solo em alguns indicadores de qualidade física do solo em um pomar de laranjeira. O estudo foi realizado em um experimento de longa duração de laranjeira 'Pêra' sobre limoeiro 'Cravo' com sistemas de cobertura permanente do solo nas entrelinhas, no município de Alto Paraná, noroeste do Paraná, em um Argissolo Vermelho distrófico latossólico, com horizonte superficial de textura arenosa. Os tratamentos de cobertura permanente nas entrelinhas com a gramínea mato-grosso ou batatais (Paspalum notatum manejada com roçada e a leguminosa amendoim forrageiro (Arachis pintoi foram comparados ao manejo tradicional, em que a vegetação espontânea foi dessecada com herbicida pós-emergente. O delineamento experimental utilizado foi de bloco ao acaso com três repetições. Em maio de 2003, a amostragem de solo foi realizada sob rodado e entrerrodado das máquinas nas entrelinhas do pomar. As amostras indeformadas de solo obtidas no centro da camada de 0-15 cm de profundidade foram utilizadas para determinação dos seguintes indicadores: conteúdo de água na capacidade de campo, porosidade total do solo e densidade do solo, a partir dos quais foram estimados os indicadores capacidade de aeração do solo e capacidade de armazenamento de água do solo. Amostras de solo deformadas foram coletadas nas camadas de 0-5 e 10-15 cm de profundidade, para determinação dos teores de C orgânico do solo e cálculo da taxa de estratificação de C orgânico do solo. Os indicadores de qualidade do solo

  11. Efeito da solarização sobre propriedades físicas, químicas e biológicas de solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Ghini

    2003-02-01

    Full Text Available A solarização é um método de desinfestação que consiste na cobertura do solo com um filme de polietileno transparente, durante o período de intensa radiação solar, e atua por meio do aumento da temperatura do solo. Quatro ensaios foram realizados no estado de São Paulo, nos municípios de Mogi das Cruzes, Jarinu, Piracicaba e Itatiba, nos anos de 2000 e 2001, com o objetivo de avaliar os efeitos da solarização nas propriedades físicas, químicas e biológicas dos solos. A solarização reduziu significativamente a resistência à penetração dos solos nos ensaios de Jarinu, Piracicaba e Itatiba. Em Jarinu, oito meses após a retirada do plástico, as diferenças entre os tratamentos permaneceram. Por outro lado, em Mogi das Cruzes, onde o ensaio foi instalado em solo turfoso, a solarização causou aumento na resistência na camada de 2,5 a 5 cm de profundidade. Nos ensaios de Piracicaba e Jarinu, foram feitas avaliações de macro, microporosidade, porosidade total e densidade, não tendo os tratamentos diferido entre si, porém houve uma tendência de redução na densidade dos solos solarizados. A atividade microbiana, avaliada pela hidrólise de diacetato de fluoresceína, foi reduzida pela solarização. A supressividade a Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli foi avaliada in vitro, pela colonização de amostras de solo usando um isolado marcado com resistência a benomyl, no ensaio de Mogi das Cruzes. A solarização reduziu a recuperação do patógeno, evidenciando um aumento da supressividade. Nos solos solarizados, houve aumento significativo dos teores de N-NH4+ em todos os experimentos, Mn em três, N-NO3-, Mg2+ e saturação por bases em dois e K+ em um experimento. Ocorreu redução dos teores de Cu, Fe e H + Al em dois experimentos e Zn em um ensaio. Segundo os resultados, a solarização promoveu alterações nas propriedades físicas, químicas e biológicas dos solos, melhorando a estrutura, liberando nutrientes e

  12. Áreas de Lagoas Intermitentes em Tabuleiros Costeiros do Recôncavo da Bahia: Gênese, Caracterização e Classificação dos Solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivani Oliveira Ferreira

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Os Tabuleiros Costeiros são áreas com relevo aplainado cortadas por vales, que apresentam predominantemente Argissolos Amarelos e Latossolos Amarelos. Contrastando com essa paisagem, existem depressões circulares conhecidas por lagoas, que imprimem nova dinâmica na formação dos solos, em razão da presença intermitente de água ao longo do ano. Os solos dessas áreas ainda são pouco conhecidos, o que implica na possibilidade de uso e manejo inapropriado. Objetivou-se descrever morfologicamente, caracterizar física e quimicamente e classificar os solos existentes em duas dessas áreas de lagoas, visando obter informações para subsidiar um manejo mais adequado. Constatou-se a presença de solos classificados como Organossolo Háplico Sáprico sódico, Gleissolo Háplico Sódico vertissólico (dois perfis, Gleissolo Háplico Sódico típico, Gleissolo Sálico Sódico vertissólico, Planossolo Háplico Eutrófico solódico e Vertissolo Hidromórfico Sódico salino. Esses solos apresentaram cores acinzentadas, típicas do hidromorfismo intermitente observado nas áreas, textura predominantemente mais fina, chegando às classes texturais argilosa e muito argilosa, e estrutura predominantemente maciça, aspectos que prenunciam baixa aeração, o que, juntamente com a alta porcentagem de saturação por sódio, indicam grandes limitações físicas e químicas. Esses aspectos recomendam seu uso como áreas de preservação permanente.

  13. O conhecimento local sobre a fauna edáfica e suas relações com o solo em agroecossistema familiar de base ecológica: um estudo de caso

    OpenAIRE

    Schiavon, Greice de Almeida; Lima, Ana Cláudia Rodrigues de; Schiedeck, Gustavo; Schwengber, José Ernani; Schubert, Ryan Noremberg; Pereira, Caroline Voser

    2014-01-01

    O estudo foi realizado em uma propriedade agrícola familiar de base ecológica em Morro Redondo (RS), com intuito de analisar o conhecimento local sobre a fauna edáfica e as práticas de manejo do solo no sistema de produção de hortaliças. A família agricultora ressaltou a função das minhocas no solo, além de compreender que as práticas de manejo influenciam a fauna edáfica. A densidade da fauna edáfica foi maior no inverno, porém com diminuição da diversidade e aumento da dominância. O potenci...

  14. Índice de qualidade do solo para a avaliação do impacto de diferentes usos e manejos e sua aplicação em uma área rural de Planaltina (DF)

    OpenAIRE

    Concha Lozada, Clara Milena

    2015-01-01

    Com o objetivo de desenvolver e aplicar um índice de qualidade do solo para a avaliação do impacto de diferentes usos e manejos em áreas de Cerrado, foram analisadas propriedades físicas (textura, taxa de infiltração de água no solo – TI e resistência mecânica do solo à penetração-RP), químicas (matéria orgânica do solo-MOS, saturação por bases-V, fosforo-P, acidez-pH, capacidade de troca de cátions-CTC) e biológicas (cobertura do solo e besouros coprófagos-C+R) de seis áreas experimentais, s...

  15. Crescimento de plântulas de alface (Lactuca sativa L. em solo oriundo de um povoamento de Luetzelburgia auriculata (Allemão Ducke

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Érika do Nascimento Fernandes Pinto

    2016-04-01

    Full Text Available Esta pesquisa buscou conhecer características alelopáticas e de fertilidade de um solo oriundo de povoamento de Luetzelburgia auriculata (Allemão Ducke, através da avaliação do crescimento de plantas de alface. Inicialmente, realizou-se a coleta do solo sob o povoamento da L. auriculata (SPL e de uma área externa a esse povoamento (SAE, na Fazenda Cachoeira de São Porfírio, em Várzea-PB, e encaminhou-se para o Centro de Saúde e Tecnologia Rural da Universidade Federal de Campina Grande, Campus de Patos. Em delineamento inteiramente casualizado, aplicaram-se cinco tratamentos com cinco repetições, colocando-se três sementes de alface por vaso contendo os seguintes tratamentos: T1=100%SAE; T2=100%SPL; T3=75%SPL; T4=50%SPL e T5=25%SPL. Aos 63 dias da semeadura, realizou-se a colheita e mensuraram-se as variáveis: comprimento da parte aérea, da raiz, peso da massa fresca da parte aérea, área foliar e número de folhas de cada indivíduo e a análise química dos substratos. Aplicou-se a ANOVA e o teste de Tukey a 5% de probabilidade. O solo do povoamento da L. auriculata (SPL apresentou uma maior quantidade de nutrientes em relação ao solo da área externa ao povoamento (SAE e influenciou positivamente no crescimento das plantas de alface. No entanto, em apenas três dos cinco tratamentos aplicados (T1, T2 e T3, a alface se desenvolveu. Em T1, T2 e T3 as variáveis analisadas diferiram estatisticamente em função da origem dos solos utilizados e da proporção do esterco bovino. O solo oriundo do povoamento de L. auriculata não apresentou efeito alelopático sobre os parâmetros de crescimento da alface.Seedling growth lettuce (Lactuca sativa L. in soil arising out of a settlement Luetzelburgia auriculata (Allemão DuckeAbstract: This research aimed to know allelopathic characteristics and fertility of the soil arising out settlement Luetzelburgia auriculata (Allemão Ducke by assessing the growth of lettuce plants. Initially

  16. Estabilidade temporal do conteúdo de água em três condições de uso do solo, em uma bacia hidrográfica da região da Serra da Mantiqueira, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Léo Fernandes Ávila

    2010-12-01

    Full Text Available A descrição de processos hidrológicos é relativamente complexa, principalmente da variação do conteúdo de água no solo, devido à influência de fatores edáficos, topográficos, climáticos e de vegetação. Em condições de campo, a estimativa do conteúdo de água no solo requer um plano de amostragem adequado, considerando as variações no tempo e no espaço. Visando representar adequadamente o conteúdo de água no solo com reduzido esforço amostral e custo, o conceito de estabilidade temporal tem sido muitas vezes empregado. Este estudo foi realizado com o objetivo de analisar a estabilidade temporal do conteúdo de água na camada superficial do solo (0-0,20 m de profundidade, sob diferentes usos do solo, em uma bacia hidrográfica experimental da região da Serra da Mantiqueira, Minas Gerais, nos períodos de estiagem e chuvoso, estimando os pontos mais representativos para essa determinação. Houve maior estabilidade temporal do conteúdo de água no solo na área de vegetação de várzea, menor na área ocupada por Mata Atlântica e intermediária na área de pastagem. Ocorreram, também, variações significativas da diferença relativa média entre os períodos de medição, concluindo-se que as características de cada área devem ser consideradas particularmente para escolha dos pontos. Na área de pastagem, foi possível identificar apenas um ponto para monitoramento tanto para o período chuvoso como para o de estiagem. Por outro lado, nas áreas de Mata Atlântica e vegetação de várzea foram identificados dois pontos, sendo um especificamente para o período chuvoso e outro para o período de estiagem, sendo recomendada uma análise individual específica para cada estação.

  17. Estimation of water retention and availability in soils of Rio Grande do Sul Estimativa da retenção e disponibilidade de água em solos do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Miguel Reichert

    2009-12-01

    Full Text Available Dispersed information on water retention and availability in soils may be compiled in databases to generate pedotransfer functions. The objectives of this study were: to generate pedotransfer functions to estimate soil water retention based on easily measurable soil properties; to evaluate the efficiency of existing pedotransfer functions for different geographical regions for the estimation of water retention in soils of Rio Grande do Sul (RS; and to estimate plant-available water capacity based on soil particle-size distribution. Two databases were set up for soil properties, including water retention: one based on literature data (725 entries and the other with soil data from an irrigation scheduling and management system (239 entries. From the literature database, pedotransfer functions were generated, nine pedofunctions available in the literature were evaluated and the plant-available water capacity was calculated. The coefficient of determination of some pedotransfer functions ranged from 0.56 to 0.66. Pedotransfer functions generated based on soils from other regions were not appropriate for estimating the water retention for RS soils. The plant-available water content varied with soil texture classes, from 0.089 kg kg-1 for the sand class to 0.191 kg kg-1 for the silty clay class. These variations were more related to sand and silt than to clay content. The soils with a greater silt/clay ratio, which were less weathered and with a greater quantity of smectite clay minerals, had high water retention and plant-available water capacity.Informações dispersas sobre retenção e disponibilidade de água em solos podem ser agrupadas em bancos de dados para gerar funções de pedotransferência. Os objetivos do trabalho foram: gerar equações de pedotransferência para estimar a retenção de água a partir de atributos do solo de fácil obtenção; avaliar a eficiência de pedofunções existentes para várias regiões para a estimativa da

  18. Mineralização potencial e líquida de nitrogênio em solos Potential and net nitrogen mineralization in soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Yagi

    2009-04-01

    Full Text Available Os métodos de incubação de solo fornecem subsídios técnicos para a avaliação da mineralização e disponibilidade de N. Nesse sentido, os objetivos deste trabalho foram avaliar a mineralização potencial e líquida do N orgânico em solos e relacioná-la à disponibilidade de N para plantas. Amostras de 22 solos coletadas na camada arável (0 a 20 cm foram submetidas à incubação em condições aeróbias a 35 °C, por 30 semanas, e anaeróbias a 40 °C, por sete dias, e utilizadas em experimento, em casa de vegetação, em que o milho foi a planta-teste. Durante a incubação por 30 semanas, houve aumento do N mineralizado na segunda semana, seguido de diminuição e estabilização a partir da quarta semana. Este comportamento resultou em ajuste do N mineralizado (Nm ao modelo exponencial de decrescimento e do N mineralizado acumulado (Nmac ao modelo exponencial de crescimento, a partir do qual foi possível calcular o N potencialmente mineralizável (N0. As quantidades de N0 refletiram a mineralização e a disponibilidade de N em longo prazo. Contudo, o Nmac apresentou maior grau de correlação com o N disponível medido pelas plantas (concentração de N e N acumulado na parte aérea do que o N0, e valores altos de correlação foram obtidos já após duas semanas de incubação, o que indica que a modelagem matemática pode ser dispensada e o período de incubação pode ser encurtado. O N total do solo foi melhor índice da mineralização potencial e líquida de N orgânico do que a matéria orgânica do solo, principalmente em longo prazo. O método de incubação anaeróbia de curta duração pode ser utilizado para cálculo da estimativa do N0, e a subtração do N-NH4+ "inicial" não contribuiu para melhorar a estimativa da mineralização e da disponibilidade de N por meio deste método, o que o torna ainda mais simples e viável.The soil incubation methods can be used as tools to a better evaluation of N mineralization

  19. Métodos de amostragem de solos em áreas sob plantio direto no Sudoeste Goiano Methods of soil sampling in areas under no-tillage in the Southwest Goiás

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson H. D. Acqua

    2013-02-01

    Full Text Available A amostragem de solo é a etapa mais importante do programa de avaliação da sua fertilidade; ressalta-se que a recomendação de corretivos e de fertilizantes é definida a partir da interpretação dos resultados de análises químicas realizadas na amostra. Com o objetivo de avaliar esses resultados em função do método de amostragem amostras de solo foram retiradas em 12 áreas distintas cultivadas há 2, 5 e 10 anos sob o sistema plantio direto. Utilizaram-se o trado holandês e a furadeira elétrica retirando-se as amostras de solo em 3 posições e 2 profundidades e se avaliando a fertilidade do solo em função do tempo de adoção do sistema plantio direto. Constatou-se incremento do teor de P nas áreas cultivadas há 10 anos sob plantio direto, em relação às demais. Os valores de Ca, Mg, P, K, pH, CTC e V apresentaram gradiente de concentração em função do não revolvimento do solo, aplicações superficiais de calcário e adubações na linha de plantio. Os equipamentos de amostragem influíram nos resultados das análises de solo sendo que todos os macronutrientes, com exceção do S, e todos os micronutrientes, apresentaram valores elevados quando amostrados com a furadeira elétrica.Soil sampling is the first and fundamental step in an evaluation program of soil fertility, and the recommendation of lime and fertilizer is defined through the interpretation of the results of chemical analysis of the sample. With the objective of evaluating the results of the chemical analysis of the soil as a function of the sampling method, soil samples were collected from 12 different areas that have been under no-tillage system for 2, 5 and 10 years. The Ducth auger hole and the electric drill were used to collect the soil samples at 3 different positions and 2 depths, evaluating the soil fertility as a function of time of the direct planing system. There was an increment of P in areas with 10 years under no-tillage system in comparison

  20. CRESCIMENTO INICIAL DE MUDAS DE ERVA-MATE (Ilex paraguariensis St. Hil. EM TRÊS CLASSES DE SOLOS, NA REGIÃO CENTRAL DO RIO GRANDE DO SUL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Luiz Salet

    2003-09-01

    Full Text Available O experimento foi instalado em três sítios, com condições climáticas semelhantes e com diferentes classes de solos. Foram usados diferentes tratamentos de adubação para o plantio das mudas de erva-mate, visando ao estudo de efeito destes sobre o seu crescimento inicial. Os sítios apresentam solos classificados como Plintossolo Argilúvico, Alissolo Cromico e Neossolo Litólico, sendo que os tratamentos foram: vermicomposto, tratamento sem fertilizante, ½ dose recomendada de N-P-K e a dose recomendada de N-P-K. O crescimento inicial foi avaliado medindo-se o incremento absoluto em altura, área foliar total e número de folhas da planta, em quatro períodos, durante o primeiro ano. Também, foi avaliado o percentual de planta