WorldWideScience

Sample records for em hepatites agudas

  1. Hepatite aguda colestática pelo propiltiouracil: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    PAROLIN Mônica Beatriz

    2000-01-01

    Full Text Available Propiltiouracil é uma droga amplamente utilizada no tratamento do hipertiroidismo. A hepatotoxicidade é um dos efeitos colaterais mais raros e também mais graves associados a ela. Relata-se um caso de hepatite aguda colestática que acomete um jovem de 15 anos em uso de propiltiouracil para tratamento de hipertiroidismo. Causas virais, metabólicas e autoimunes foram excluídas e a biopsia hepática revelou achados histopatológicos sugestivos de hepatite colestática induzida por droga. Com a suspensão da droga, houve remissão dos sintomas e normalização progressiva das provas de função hepática. Raramente, os pacientes em uso de propiltiouracil podem desenvolver injúria hepática grave.

  2. Ocorrência de hepatites não-anão-B em unidade de hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarina Takahashi

    1988-09-01

    Full Text Available A monitorização mensal de alanina aminotransferase (ALT sérica de pacientes em hemodiálise e os testes sorológicos para exclusões de infecções por vírus da hepatite A (HAV, vírus da hepatite B (HBV, citomegalovirus (CMV e vírus Epstein-Barr (EBV, permitiu-nos identificar 11 casos de hepatites não-A, não-B em 111 indivíduos avaliados durante o período de 12 meses e acompanhados por 2 anos. Foram observados 3 padrões de atividade de ALT: elevação em pico monofásico em 2, bifásico ou polifásico em 6 e em platô em 3 pacientes. Individíduos com padrão monofásico exibiram os níveis mais elevados de ALT. Cinco pacientes apresentaram normalização bioquímica persistente 4,8 meses em média após o início da elevação aguda e seis evoluíram com ascensão crônica de ALT durante o período de estudo. A hepatite não-A, não-B foi, predominantemente, assintomática e anictérica, sempre antecedida por transfusões sangüíneas e com maior incidência nos seis primeiros meses de terapia dialítica dos pacientes.

  3. Testagem do 1 - beta - D - Ribofuranosil, 1.2.4 - triazole - 3 - carboxamide em pacientes com hepatite

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anastácio Ferreira Morgado

    1976-02-01

    Full Text Available Realizou-se estudo do tipo duplo anonimato em 18 pacientes com hepatite aguda benigna. O gruoo experimental foi testado com uma provável droga de ação antiviral: 1-BETA-D-RIBOFURANOSIL, 1,2,4-TRIAZOLE-3- CARBOXAMIDE. O grupo controle ingeriu um placebo de lactose. Teve-se especial cuidado na seleção de pacientes, incluindo apenas pacientes que preenchessem critérios bem estabelecidos. Os pacientes foram seguidos semanalmente, avaliando-os clínica e laboratorialmente. Os resultados não evidenciaram diferenças significativas entre os dois grupos, sugerindo-se estudos com casuística mais numerosa e em regime de internação hospitalar.

  4. Ocorrência de hepatites não-anão-B em unidade de hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarina Takahashi

    1988-09-01

    Full Text Available A monitorização mensal de alanina aminotransferase (ALT sérica de pacientes em hemodiálise e os testes sorológicos para exclusões de infecções por vírus da hepatite A (HAV, vírus da hepatite B (HBV, citomegalovirus (CMV e vírus Epstein-Barr (EBV, permitiu-nos identificar 11 casos de hepatites não-A, não-B em 111 indivíduos avaliados durante o período de 12 meses e acompanhados por 2 anos. Foram observados 3 padrões de atividade de ALT: elevação em pico monofásico em 2, bifásico ou polifásico em 6 e em platô em 3 pacientes. Individíduos com padrão monofásico exibiram os níveis mais elevados de ALT. Cinco pacientes apresentaram normalização bioquímica persistente 4,8 meses em média após o início da elevação aguda e seis evoluíram com ascensão crônica de ALT durante o período de estudo. A hepatite não-A, não-B foi, predominantemente, assintomática e anictérica, sempre antecedida por transfusões sangüíneas e com maior incidência nos seis primeiros meses de terapia dialítica dos pacientes.Through monthly monitorization of alanine amino transferase (ALT in hemodialysis patients and serological tests for exclusion of HA V (hepatitis A virus, HBV(hepatitis B virus, CMV (cytomegalovirus and EBV (Epstein-Barr virus infections, it was possible to identify 11 cases of non-A, non-B hepatitis among 111 individuals evaluated in a period of 12 months and followed-up for 2 years. Three patterns of ALT activity were observed: an elevation in monophasic peak in 2 patients, biphasic andpolyphasic in 6 patients and elevation in plateau in three others. Patients with the monophasic pattern showed the most elevated levels of ALT. Five patients showed biochemical normalization within approximately 4.8 months after the beginning of acute elevation and 6 evolved with chronic intermittent elevation during the period of study. Hepatitis non-A, non-B was predominantly asymptomatic and anicteric, always preceeded by blood

  5. Avaliação Laboratorial de Anticorpos Contra o Vírus da Hepatite C em Voluntários Imunizados contra a Hepatite B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Cristina de Santana Garcia

    2015-12-01

    Full Text Available Considerando que (1 após a imunização contra o HBV é possível detectarmos níveis séricos de anti-HBc e anti-HBSag, (2 a infecção pelo HBV ocorre, principalmente, através de contato sexual, sendo mais freqüentemente associada com os vírus das hepatites tipos A, B, C e Delta com evolução para doenças hepática crônica e (3 a definição do agente infeccioso responsável pela hepatite C (diagnóstico etiológico é dada através da investigação do marcador sorológico Anti-HCV, este trabalho apresentou como objetivo investigar, através de ensaio de ELISA, a possível reação cruzada de anticorpos contra o vírus da Hepatite C em voluntários imunizados contra a Hepatite B. Assim, neste estudo, selecionamos 20 voluntários (ambos os sexos imunizados contra o vírus da hepatite B e que relataram não serem portadores do vírus da hepatite C. Em amostras de soro, foi realizada, através de ensaio imunoenzimático (ELISA, a pesquisa de anticorpos IgM contra o vírus da hepatite C. A análise laboratorial revelou que todos os voluntários selecionados não foram capazes de produzir anticorpos contra o vírus da hepatite C quando submetidos à imunização contra o vírus da hepatite B. Este estudo mostra que a imunização contra o vírus da hepatite B realizada na Rede Pública de Saúde é, exclusivamente, capaz de produzir resposta imune humoral somente contra este agente viral e não permite a estimulação de anticorpos inespecíficos.

  6. Análise da vulnerabilidade dos adolescentes à hepatite B em Teresina/PI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma Maria Evangelista de Araújo

    2012-12-01

    Full Text Available Os adolescentes fazem parte de grupos com elevada suscetibilidade à infecção pelo vírus da hepatite B em função da adoção de comportamentos de risco. Este trabalho objetivou analisar a vulnerabilidade dos adolescentes à hepatite B. Para isso, realizou-se estudo desenvolvido por meio de inquérito epidemiológico com 196 adolescentes de 14 a 19 anos. Os resultados mostraram que 57,1% dos adolescentes já haviam iniciado a vida sexual, destes 45,5% não tinham parceiro(a estável, 54,5% pertenciam a faixa etária de 14 a 16 anos, 24,1% não usavam preservativo nas relações sexuais, 62,8% referiram não saber da transmissão do vírus da hepatite B e 61,2% não apresentavam cobertura vacinal contra este agravo. Conclui-se que os adolescentes constituem grupo vulnerável à hepatite B, devido a fatores condicionantes e determinantes, tais como desconhecimento sobre a doença, baixa cobertura vacinal, adoção de comportamento de risco e sensação de invulnerabilidade.

  7. Prevalência de hepatite B em parturientes e perfil sorológico perinatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arraes Luiz Cláudio

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar a prevalência do antígeno de superfície do vírus B da hepatite (HBsAg em parturientes internadas no Instituto Materno-Infantil de Pernambuco (IMIP, Recife-PE, e o perfil sorológico das positivas. MÉTODOS: este é estudo de secção de corte transversal prospectivo no qual foram utilizados os sistemas VIDAS e VIDAS HBs, respectivamente, para detecção e confirmação do HBsAg. As participantes foram selecionadas de forma aleatória. Nas pacientes HBsAg+, os outros marcadores sorológicos foram testados com o sistema automatizado AxSYM. Os recém-nascidos de mães HBsAg+ foram vacinados ao nascer com a vacina Engerix B. RESULTADOS: de um total de 1584, encontramos 9 (0,6% gestantes HBsAg positivas. Nenhuma delas apresentava anti-HBc IgM, sendo assim casos prevalentes. Em 1/9 (11,1% das gestantes havia presença do HBeAg isolado e em 4/9 (44,4%, deste antígeno e seu anticorpo correspondente, revelando os diferentes graus de risco de transmissão vertical da infecção. Com a exceção de dois recém-nascidos de um parto gemelar (um de baixo peso, todos apresentaram soroconversão para o anti-HBs com três doses da vacina. Os gemelares prematuros só mostraram soroconversão após a quarta dose da vacina. CONCLUSÕES: a prevalência da hepatite B em parturientes no IMIP é relativamente baixa e todas as pacientes detectadas então tinham a forma crônica da infecção.

  8. Otomastoidite Aguda em Criança

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Araújo

    2017-09-01

    Full Text Available Criança de 2 anos, sexo masculino, diagnóstico de otite média aguda bilateral, medicada inicialmente com amoxicilina + clavulanato 90 mg/kg/dia desde há 7 dias, internada por agravamento do quadro à esquerda, com edema e eritema retroauricular, apagamento do sulco retroauricular [...] Recebido: 07/09/2015 · Aceite: 7/01/2016

  9. A importância do perfil clínico-laboratorial no diagnóstico diferencial entre malária e hepatite aguda viral Importance of clinical and laboratory profiles for the differential diagnosis of malaria and acute viral hepatitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cacyane Naiff do Amaral

    2003-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Destacar o perfil clínico-laboratorial de malária e hepatite aguda viral em dois grupos de crianças, ressaltando semelhanças e diferenças entre os dois quadros; subsidiar o aumento da sensibilidade clínica de presunção diagnóstica precoce de malária na infância. MÉTODOS: Foram estudados dois grupos de 30 crianças, de dois a dez anos de idade, portadoras de primo infecção malárica ou hepatite viral aguda, confirmados pela pesquisa de plasmódio e pesquisa de marcadores virais de hepatite A e B. As crianças foram submetidas às seguintes avaliações no primeiro dia de atendimento: hemograma, contagem de plaquetas, dosagem de enzimas hepáticas, uréia, creatinina e bilirrubinas. Os achados clínicos e laboratoriais foram descritos e comparados entre os dois grupos. Proporções de indivíduos com exames físicos alterados foram comparadas nos dois grupos, pelo teste exato de Fisher. RESULTADOS: A apresentação clínica inicial da doença foi semelhante em todos os pacientes: febre, cefaléia, sintomas digestivos e colúria. Metade dos portadores de malária não apresentou a tríade clássica, apesar de todos terem apresentado febre moderada ou alta, ao contrário dos portadores de hepatite. Na avaliação laboratorial, os portadores de malária apresentaram mais anemia e plaquetopenia quando comparados aos portadores de hepatite. Foram marcantes, nos portadores de hepatite, as elevações de bilirrubinas e enzimas hepáticas. CONCLUSÕES: A propedêutica detalhada e a avaliação criteriosa dos exames laboratoriais inespecíficos constituem peças fundamentais para a diferenciação clínica entre os dois diagnósticos, reforçando a identificação precoce do parasita e, conseqüentemente, o tratamento rápido de malária em crianças.OBJECTIVE: To establish clinical and diagnostic findings of malaria and acute viral hepatitis in children, stressing similarities and differences, so as to enhance the sensitivity of

  10. Respostas cardiovasculares agudas em ambiente virtualmente simulado pelo Nintendo Wii

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Aparecido de Souza

    2013-01-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n1p60 Recentemente, tem sido verificada a utilização do Nintendo Wii no contexto da saúde. O objetivo do presente estudo foi analisar as respostas cardiovasculares agudas monitoradas por meio do comportamento da frequência cardíaca, pressão arterial sistólica, pressão arterial diastólica e duplo produto, em ambiente virtualmente simulado pelo console Nintendo Wii. A amostra foi composta por 18 universitários saudáveis, com média de idade de 22,07 ± 1,34 anos. As variáveis foram observadas com uso de deltas (valor final - inicial após 25 arremessos de basquetebol em duas situações experimentais: (I com o voluntário sentado e, (II com o voluntário saltando verticalmente. Os resultados sugerem que a prática de atividade física em ambiente virtual emulado pelo Nintendo Wii é capaz de alterar as respostas cardiovasculares agudas, especialmente, quando realizada em associação a saltos verticais. Assim, os resultados sustentam a viabilidade do uso do Nintendo Wii em programas de treinamento e favorecem sua indicação de forma mais segura.

  11. Prevalência de hepatite C em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico do HUCCF-UFRJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    COSTA CLÁUDIA DE ABREU

    2002-01-01

    Full Text Available Os pacientes com lúpus eritematoso sistêmico (LES apresentam fatores de risco para a aquisição de hepatite C, como hospitalizações e hemotransfusões, e compartilham com os pacientes infectados pelo vírus da hepatite C (HCV várias manifestações clínico-laboratoriais relacionadas a auto-imunidade. OBJETIVOS: O objetivo do presente estudo é determinar a prevalência de hepatite C em uma população com LES acompanhada no ambulatório de programas especiais - Colagenoses - do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF-UFRJ. MÉTODOS: Foi realizado um estudo de corte-transversal, incluindo os primeiros 91 pacientes com o diagnóstico de LES provável ou definitivo procedentes do referido ambulatório, no período de abril a setembro de 1997. Todos os doentes foram avaliados, sob o ponto de vista clínico e laboratorial, para determinação de atividade de doença lúpica. Foram realizados o teste de triagem UBI HCV EIA 4.0 e o teste suplementar INNO-LIA HCV AbIII nos 91 pacientes selecionados e , em 32 pacientes escolhidos ao acaso e nos pacientes reativos aos testes imunossorológicos foi realizada a pesquisa do RNA-HCV pelo método da reação de polimerização em cadeia (PCR. RESULTADOS: Observou-se um aumento significativo da prevalência de anti-HCV na amostra, quando comparada à população de doadores de sangue do HUCFF (6,6% versus 1,39% com o teste EIA, valor p=0,02 e intervalo de confiança 95%=5,5 a 13,8, contudo , considerando-se resultados obtidos com os testes confirmatórios imunoblot e PCR aplicados em série ( prevalência de HCV de 2,2%, com intervalo de confiança 95%=0,2 a 7,7 , a prevalência de HCV em pacientes com LES não parece mais alta que em doadores de sangue. CONCLUSÕES: A prevalência de hepatite C na amostra estudada utilizando-se um teste de triagem (EIA foi significativamente maior do que a de uma população de doadores de sangue (6,6% versus 1,39%. Porém, aplicando-se em série os testes

  12. Intoxicação aguda por cobre em ovinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcele Bettim Bandinelli

    2013-10-01

    Full Text Available Descrevem-se casos de intoxicação aguda por cobre em ovinos da raça Santa Inês, numa propriedade rural, no Rio Grande do Sul. Três ovelhas recém-paridas, que consumiam ração formulada para bovinos, ingeriram, avidamente, sal mineral comercial para bovinos e apresentaram doença clínica e morte, uma semana após a introdução do sal. Os animais desenvolveram anorexia, permaneceram em decúbito lateral, o qual evoluiu para esternal e apresentaram fasciculação e rigidez muscular generalizada, antes de morrerem. À necropsia de um desses animais, as principais alterações foram hepatomegalia moderada e acentuação do padrão lobular hepático, além de erosões e ulcerações multifocais aleatórias na mucosa abomasal. Na avaliação histológica do fígado, havia necrose hepatocelular centrolobular acentuada e difusa, tumefação de hepatócitos, predominantemente, na região periportal, além de pequena quantidade de células de Kupffer com pigmento granular citoplasmático. O diagnóstico baseou-se na história clínica, nos achados de necropsia e histopatológicos e confirmou-se pelas altas concentrações de cobre detectadas no tecido hepático e nas amostras de ração e sal mineral.

  13. Baixa resposta da vacinação intradérmica contra hepatite B em pacientes incidentes em hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina H. Medeiros

    2011-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A hepatite B pode evoluir para cirrose e hepatocarcinoma. Sua prevalência estimada é de 3,2% em pacientes em hemodiálise (HD. A vacina para hepatite B (HB, quando aplicada por via intramuscular (IM em pacientes com insuficiência renal crônica fase V, frequentemente não induz produção adequada de anticorpos. A injeção intradérmica (ID foi sugerida como sendo o método de inoculação mais eficiente. OBJETIVO: Comparar a resposta imune à injeção IM ou ID da vacina em indivíduos em HD. PACIENTES E MÉTODOS: Trinta e um pacientes incidentes em HD foram randomizados alternativamente para vacinação contra HB via IM ou ID. Dezesseis foram designados aleatoriamente para receber vacina IM (40 mg/dose e 15 ID (4mg /dose. Os níveis de anticorpos de superfície do vírus da hepatite B, parâmetros hematimétricos, ureia sérica, e Kt/V foram avaliados mensalmente. Proteína-C reativa, paratormônio, ferritina, aminotransferases e albumina foram avaliados antes da inoculação inicial e seis meses após a mesma. RESULTADOS: Os níveis de uréia foram maiores no grupo ID (P(1 = 0,031; os níveis de ferritina foram mais elevados no IM (P(2 = 0,037. Houve tendência a aumento nos níveis de proteína C reativa no grupo ID. A avaliação do Comitê de Monitoramento de Segurança dos indivíduos expostos recomendou a suspensão do estudo já que a inoculação por via IM converteu 62,5% e a ID converteu apenas 13,3% dos pacientes expostos. CONCLUSÃO: Com a metodologia utilizada, os resultados da vacina contra HB aplicada por via ID foi inferior à inoculação IM. Tais resultados podem ser decorrentes das doses inoculadas ou de outros fatores, como inflamação.

  14. Hepatite E Hepatitis E

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raymundo Paraná

    2002-06-01

    Full Text Available O vírus da hepatite E (VHE é o segundo vírus de transmissão fecal-oral com hepatotropismo confirmado, após o vírus da hepatite A. As grandes epidemias de hepatite das décadas de 50 e 60 na Índia foram causadas pelo VHE. Observaram-se surtos da infecção na África Central, América Latina, Oriente Médio e Repúblicas independentes da ex-União Soviética. O quadro clínico da doença assemelha-se ao de outras hepatites virais. Não há casos descritos de hepatite E crônicas. Cerca de 20% das mulheres que adquirem a doença durante a gravidez desenvolvem formas graves, com insuficiência hepática fulminante. Confirma-se o diagnóstico quando se encontra no soro anticorpos (método de ELISA das classes IgM (fase aguda e/ou IgG (curados. O imunoblot e o PCR-RNA podem ser usados quando necessário. Não há tratamento específico. O uso de imunoglobulina hiperimune tem sido aconselhado por alguns autores. A prevenção se faz pelos cuidados higiênicos e dietéticos habituais. Não há vacina eficaz contra a doença.Hepatitis E virus (HEV is the second most frequent hepatotropic virus transmitted via fecal-oral route, following closely behind hepatitis A virus. The great epidemics of hepatitis described during the 50s and 60s, in India, were caused by this virus. Epidemic bursts have also been described in Central Africa, Latin America, Middle East and in the independent Republics of the ex-Soviet Union. The clinical features of the disease do not differ from those reported for other viral hepatitides. There have been no cases of chronic hepatitis E reported. Around 20% of women infected during pregnancy develop a severe form of hepatitis which courses to liver failure. Diagnosis of hepatitis is confirmed when antibodies (using ELISA of the IgM class (acute phase and/or IgG (infected and cured are found in the serum. Immunoblot and PCR-RNA may be used as necessary. There is no specific treatment for hepatitis E. Hyperimmune serum has

  15. Soroprevalência da infecção pelo vírus da hepatite A em catadores de materiais recicláveis em Goiânia, Goiás

    OpenAIRE

    Soares, Helen de Oliveira

    2013-01-01

    O vírus da hepatite A (HAV) é transmitido principalmente pela via oral-fecal. A prevalência da infecção pelo HAV está associada às condições socioeconômicas e de higiene. No Brasil, a hepatite A é considerada uma infecção endêmica e alguns estudos têm revelado uma mudança no perfil de endemicidade de alto para intermediário. A maioria dos catadores de materiais recicláveis vive em condições sociais, culturais e ambientais precárias. A situação epidemiológica da infecção pelo HAV desses trabal...

  16. Leucemia linfoblástica aguda em lactentes: 20 anos de experiência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Ibagy

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar pacientes com menos de dois anos de idade com leucemia linfoblástica aguda atendidos no período de 1990 a 2010, em um centro de referência estadual. MÉTODOS: Estudo clínico, epidemiológico, transversal, descritivo e observacional. Pacientes incluídos tinham menos de dois anos de idade, com leucemia linfoblástica aguda, tratados no período de 1990 a 2010 na unidade de oncologia pediátrica de um centro de referência estadual, totalizando 41 casos. RESULTADOS: Todos os pacientes eram Caucasianos e 60,9% eram do sexo feminino. Com relação à idade, 24,38% tinham menos de seis meses, 17,07% tinham entre seis meses e um ano e 58,53% mais do que um ano de idade. A idade de seis meses foi estatisticamente significante para o desfecho de óbito. Os sinais e sintomas predominantes foram febre, hematomas e petéquias. Uma contagem de leucócitos superior a 100.000 foi observada em 34,14% dos casos; hemoglobina inferior a 11 em 95,13% e contagem de plaquetas inferior a 100.000, em 75,61% dos casos. Infiltração do sistema nervoso central estava presente em 12,91% dos pacientes. Em relação à linhagem, a linhagem B predominou (73%, mas a linhagem de células T foi estatisticamente significativa para o óbito. Trinta e nove por cento dos pacientes tiveram recorrência da doença. Em relação ao estado vital, 70,73% dos pacientes morreram, sendo choque séptico a principal causa. CONCLUSÕES: leucemia linfoblástica aguda em crianças tem uma alta taxa de mortalidade, principalmente em crianças menores de um ano e linhagem derivada de células T.

  17. Mielopatia transversa em adulto portador de leucemia aguda linfoblástica: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brito José Correia de Farias

    2001-01-01

    Full Text Available Relatamos um caso de mielopatia transversa aguda em paciente masculino de 31 anos de idade, branco, portador de leucemia aguda linfoblástica, subtipo L3 (LLA-L3. Esta é uma forma grave de leucemia e compromete mais crianças em relação aos adultos. Menos de 1% dos pacientes leucêmicos apresentam complicações espinais. No paciente em estudo, a sintomatologia instalou-se de modo abrupto e com as seguintes características: dores nas costas, paraplegia crural flácida e perda das funções sensitivas e vegetativas abaixo do segmento afetado. O diagnóstico etiológico foi estabelecido após a realização dos seguintes exames: hemograma, mielograma, análise do líquido cefalorraqueano e ressonância magnética de coluna dorsal. Foi instituído tratamento específico, que não interferiu com a evolução fatal da doença.

  18. NGAL urinária em pacientes sem e com lesão renal aguda em unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirian Watanabe

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a eficácia diagnóstica e prognóstica da lipocalina associada à gelatinase neutrofílica urinária em pacientes de unidade de terapia intensiva. Métodos: Estudo do tipo coorte, prospectivo, longitudinal desenvolvido em uma unidade de terapia intensiva clínica especializada em cardiologia. Os pacientes foram estratificados segundo os grupos sem e com lesão renal aguda, acompanhados a partir das primeiras 24 horas de internação até a alta hospitalar ou óbito. A creatinina sérica, o fluxo urinário e a lipocalina associada à gelatinase neutrofílica urinária foram coletadas em dois períodos: 24 horas e 48 horas de admissão. Resultados: Foram avaliados 83 pacientes clínicos da unidade de terapia intensiva, com predomínio do gênero masculino (57,8%. Os pacientes foram agrupados em sem lesão renal aguda (N=18, com lesão renal aguda (N=28 ou com lesão renal aguda grave (N=37. Entre os pacientes com lesão renal aguda e lesão renal aguda grave, foram prevalentes os portadores de doenças crônicas, em uso de ventilação mecânica e em terapia de substituição renal, além daqueles com maiores taxas de permanência na unidade de terapia intensiva e hospitalar, e maior mortalidade. O grupo com lesão renal aguda não apresentou alteração significativa da creatinina sérica nas primeiras 24 horas na unidade de terapia intensiva, apesar dos níveis elevados de lipocalina associada à gelatinase neutrofilica urinária demonstrados nos grupos com lesão renal aguda e lesão renal aguda grave (p<0,001. Níveis elevados de lipocalina associada à gelatinase neutrofílica urinária na amostra foram associados ao óbito. Conclusão: A elevação nos níveis de lipocalina associada à gelatinase neutrofílica urinária antecede as variações da creatinina sérica em pacientes com lesão renal aguda e pode ser associada ao óbito.

  19. Análise espacial da soroprevalência da hepatite A em crianças de uma região carente de Duque de Caxias, RJ, Brasil

    OpenAIRE

    Medronho,Roberto de Andrade; Ortiz Valencia,Luis Iván; Fortes,Bruno de Paula Menezes Drumond; Braga,Ricardo Cerqueira Campos; Ribeiro,Simone do Valle

    2003-01-01

    Os autores estimaram áreas de risco para hepatite A em quatro setores censitários de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, área de intervenção ambiental do Programa de Despoluição da Baía de Guanabara, a partir de um inquérito de soroprevalência para hepatite A em crianças residentes nesta localidade. A amostra consistiu de 454 crianças com idade entre 1 e 9 anos, selecionadas através de amostra aleatória simples em cada grupo etário. Foram coletadas alíquotas de sangue para detecção de anticorpos...

  20. Seroprevalence of hepatitis B and hepatitis C markers in adolescents in Southern Brazil Soroprevalência de marcadores de hepatite B e hepatite C em adolescentes no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natália Gazzoni Scaraveli

    2011-04-01

    Full Text Available This study was carried out to determine the prevalence of hepatitis B virus (HBV and hepatitis C virus (HCV markers among adolescents aged between 10 and 16 years old, who are elementary school students in the city of Chapecó, Santa Catarina State, Brazil. The study involved a cross-sectional survey that included 418 volunteers, from March to July, 2008. Serology comprised HBsAg, anti-HBc, anti-HBs and anti-HCV. Tests were performed using automated Microparticle Enzyme Immunosorbant Assay (Abbott, AxSYM System, Wiesbaden, Germany. The prevalence of HBsAg was found to be 0.2% (95%CI: 0.0-1.3, and the prevalence of anti-HBc was found to be 1.4% (95%CI: 0.5-3.1. Regarding anti-HBs, 48.6% had titers greater than 10UI/L. None of the volunteers presented reactive results for anti-HCV. This study showed a low prevalence of HBV and HCV markers of infection and a great number of volunteers immunized against HBV. Finally this study shows the importance of proper health campaigns and policies in reducing those prevalences.Este estudo teve como objetivo determinar a prevalência de marcadores do vírus da hepatite B (HBV e do vírus da hepatite C (HCV entre adolescentes com idade entre 10 e 16 anos, alunos do Ensino Fundamental da cidade de Chapecó, Santa Catarina, Brasil. Trata-se de um estudo transversal incluindo 418 voluntários, realizado entre março e julho de 2008. As análises sorológicas incluíram: HBsAg, anti-HBc, anti-HBs e anti-HCV. Os testes foram realizados em Ensaio Enzimático de Micropartículas (Abbott, AxSYM System, Wiesbaden, Alemanha. A prevalência de HBsAg foi de 0,2% (IC95%: 0,0-1,3, e a prevalência de anti-HBc foi de 1,4% (IC95%: 0,5-3,1. Quanto ao anti-HBs, 48,6% dos voluntários apresentaram títulos maiores que 10UI/L. Nenhum dos voluntários apresentou resultados reativos para anti-HCV. Este estudo demonstrou uma baixa prevalência de marcadores de infecção HBV e HCV e um grande número de voluntários imunizados contra

  1. Aplicação de técnicas moleculares no monitoramento do vírus da hepatite A em tecido digestivo dissecado de ostras de cultivo

    OpenAIRE

    Sincero, Thaís Cristine Marques

    2005-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia. Com o grande crescimento da malacocultura em Santa Catarina, tornou-se necessário verificar e assegurar a qualidade sanitária destes moluscos, como também da água onde os mesmos são cultivados. Devido à característica de alimentação filtrante, moluscos bivalves podem bioacumular vírus e outros patógenos presentes em águas contaminadas por efluentes. O vírus da Hepatite A (HAV) tem s...

  2. Prevalência de marcadores sorológicos do vírus da hepatite B em trabalhadores do serviço hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernandes José V.

    1999-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência de marcadores sorológicos do vírus da hepatite B (VHB e identificar fatores de risco, de transmissão desse vírus, no ambiente hospitalar. MÉTODOS: Foram examinados 210 indivíduos de diversas profissões que trabalham em hospital universitário. O método empregado foi o ELISA e utilizou-se, como grupo-controle, 45 doadores voluntários de sangue. RESULTADOS: Constatou-se que 20,5% dos profissionais que trabalham no hospital apresentavam positividade para, pelo menos, um dos três marcadores dos vírus pesquisados, contra 6,6% do grupo-controle. Nos trabalhadores do hospital, a prevalência de cada marcador isoladamente foi: anti-HBc 8,1%, anti-HBs 5,2% e AgHBs 2,9% , sendo que em 4,3% desses indivíduos foi detectada a presença simultânea dos marcadores anti-HBc e anti-HBs. No grupo-controle, foi detectada apenas a presença dos marcadores anti-HBc e anti-HBs, isoladamente, com prevalências de 4,4 e 2,2%, respectivamente. Os maiores índices de positividade observados foram: pessoal de laboratório, 24,0%; pessoal de enfermagem, 23,6%; médicos, 20,8%; e pessoal da limpeza, 18,2%. CONCLUSÕES: Os achados indicam que os profissionais da saúde estão mais expostos à infecção pelo VHB, sugerindo que o contato com pacientes e a manipulação de fluidos corporais são fatores de risco de transmissão ocupacional desse vírus, recomendando-se a vacinação desses profissionais contra a hepatite B.

  3. Hepatite C: prevalência e fatores de risco entre portadores do VIH/SIDA em Belém, Pará, na Amazônia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Rita de Cassia Costa Monteiro

    2004-01-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou investigar a prevalência de infecção pelo vírus da hepatite C e identificar possíveis fatores de risco para sua transmissão, em 406 indivíduos portadores do vírus da imunodeficiência humana, maiores de dezoito anos de idade, atendidos na rede pública de saúde da cidade de Belém, Pará, situada na Amazônia brasileira. Os exames referentes ao anti-VHC foram realizados pelo método de Elisa e a pesquisa do VHC RNA através da reação de polimerase em cadeia. A prevalência de infecção, atual ou pregressa, pelo vírus da hepatite C foi de 16% (IC: 12,4 - 19,6. A análise multivariada mostrou associação do vírus C com as variáveis idade, cujo risco significante recaiu no grupo com cinqüenta ou mais anos (OR=9,75, antecedente de transfusão de sangue (OR=4,74 e uso de droga ilícita injetável (OR=149,28. A prevalência do vírus da hepatite C entre os usuários de drogas injetáveis foi de 83,7% e de 22,1% na população de transfundidos. Estes resultados indicam a efetiva transmissão do vírus C através da exposição percutânea e reafirmam o grande potencial de risco para hepatite C contido no uso injetável de drogas ilícitas.

  4. Soroprevalência de infecções por vírus da hepatite B e vírus da hepatite C em indivíduos do Estado do Pará Seroprevalence of hepatitis B virus and hepatitis C virus infections among individuals in the State of Pará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Américo Aquino

    2008-08-01

    Full Text Available As hepatites B e C continuam sendo um importante problema de saúde pública no Brasil. Neste estudo, determinou-se a prevalência de marcadores sorológicos para as hepatites B e C em indivíduos do Estado do Pará, atendidos no Laboratório Central de Saúde Pública do Pará, no período de janeiro de 2002 a dezembro de 2005. Foram realizados 11.282 exames para a pesquisa do HBsAg, 2.342 para o anti-HBc e 5.542 para o anti-vírus da hepatite C. A prevalência de HBsAg foi de 3,6% e predominou na faixa etária de 20 a 29 anos, enquanto que o anti-HBc foi observado em 37,7% dos indivíduos. A prevalência do antivírus da hepatite C foi de 3,6% e predominou entre indivíduos acima de 50 anos. Assim, as freqüências dos marcadores encontradas no Pará foram mais altas que em vários outros estados do país, sugerindo a necessidade de medidas de saúde publica mais eficazes no combate a estes agravos na região.Hepatitis B and C continue to be important public health problems in Brazil. In this study, the prevalence of serological markers for hepatitis B and C in individuals from the State of Pará, attended at the Central Public Health Laboratory of Pará between January 2002 and December 2005, was determined. 11,282 tests to investigate HBsAg, 2,342 for anti-HBc and 5,542 for anti-HCV were performed. The prevalence of HBsAg was 3.6% and it was predominantly found in the age range of 20 to 29 years old, while anti-HBC was observed in 37.7% of the subjects. The prevalence of anti-hepatitis C virus was 3.6% and it was predominantly found in individuals over 50 years old. Thus, the frequencies of the markers found in Pará were higher than many other states in Brazil, hence suggesting that there is a need for public health measures of greater effectiveness for combating these illnesses in this region.

  5. Vacinação contra hepatite B e exposição ocupacional no setor saúde em Belo Horizonte, Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ada Ávila Assunção

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores associados à vacinação contra hepatite B em trabalhadores da saúde. MÉTODOS: Estudo transversal com 1.808 trabalhadores da saúde do setor público de Belo Horizonte, MG, em 2009. Questionário autoadministrado foi usado e a situação vacinal foi analisada considerando características sociodemográficas, estilo de vida, características e condições de trabalho. Análises estatísticas univariada (p < 0,20 e múltipla foram realizadas utilizando regressão de Poisson (p < 0,05 para avaliação de fatores associados à vacinação. RESULTADOS: Declararam ter sido vacinados 85,6% dos trabalhadores, 74,9% dos quais receberam esquema completo da vacina. Não ter sido vacinado associou-se a não ter companheiro, a escolaridade em nível médio/técnico ou superior incompleto e a características do trabalho, como atuar na vigilância ou setor administrativo/serviços gerais e não utilizar equipamentos de proteção individual. CONCLUSÕES: Foram identificados grupos com menor cobertura vacinal. São necessários esforços para garantir o acesso e a adesão à vacinação a todos os grupos ocupacionais.

  6. Freqüência das infecções pelo HIV-1, rubéola, sífilis, toxoplasmose, citomegalovírus, herpes simples, hepatite B, hepatite C, doença de Chagas e HTLV I/II em gestantes, do Estado de Mato Grosso do Sul Frequency of HIV-1, rubella, syphilis, toxoplasmosis, cytomegalovirus, simple herpes virus, hepatitis B, hepatitis C, Chagas’ disease and HTLV I/II infection in pregnant women of State of Mato Grosso do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ernesto Antonio Figueiró-Filho

    2007-04-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a freqüência das infecções por sífilis, rubéola, hepatite B, hepatite C, toxoplasmose, doença de Chagas, HTLV I/II, herpes simples, HIV-1 e citomegalovírus em gestantes e relacionar a faixa etária das pacientes com a freqüência das infecções. Estudo transversal de 32.512 gestantes submetidas à triagem pré-natal no período de novembro de 2002 a outubro de 2003. As freqüências encontradas foram de 0,2% para infecção pelo vírus HIV-1, 0,03% para rubéola, 0,8% para sífilis, 0,4% para toxoplasmose, 0,05% para infecção aguda pelo citomegalovírus, 0,02% pelo vírus herpes simples, 0,3% para hepatite B (HBsAg, 0,1% para hepatite C, 0,1% para HTLV I/II e 0,1% para doença de Chagas. Houve associação significativa entre faixa etária e infecções por rubéola, citomegalovírus, doença de Chagas e herpes vírus. As freqüências de rubéola, sífilis, toxoplasmose, doença de Chagas e citomegalovírus nas gestantes encontram-se abaixo dos valores descritos na literatura.It was aimed to estimate the frequency of syphilis, rubella, hepatitis B, hepatitis C, toxoplasmosis, Chagas’ disease, HTLV I/II, simple herpes virus, HIV-1 and cytomegalovirus in pregnant women and to evaluate the relationship between age and the frequency of the infections studied. A transversal study of 32,512 pregnant women submitted to pre-natal sreening in the period of November 2002 to October 2003. The frequency of the tried infections among the pregnant women were 0.2% of HIV-1, 0.03% of rubella, 0.8% of syphilis, 0.4% of toxoplasmosis, 0.05% of cytomegalovirus, 0.02% of simple herpes virus, 0.3% of HBsAg, 0.1% of hepatitis C, 0.1% of HTLV and 0.1% of Chagas’ disease. There was significative statistical association between age and prenatal infection of rubella, cytomegalovirus, Chagas’ disease and herpes virus. The rates of frequency of rubella, syphilis, toxoplasmosis, Chagas’ disease and cytomegalovirus in pregnant women

  7. Tratamento homeopático da hepatotoxicose aguda induzida por tetracloreto de carbono em coelhos Homeopatic treatment of acute carbon tetrachloride induced hepatotoxicity in rabbits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília Ribeiro Moncorvo

    1998-09-01

    Full Text Available Quinze (15 coelhos (Oryctolagus cuniculus foram submetidos à intoxicação pelo tetracloreto de carbono na dosagem de 0,5 ml/kg de peso corporal, dose única, administrado por sonda gástrica. Foram realizadas as dosagens de alanina amino transferase (ALT, aspartato amino transferase (AST, fosfatase alcalina (FA e gama glutamil transferase (GGT antes e durante o experimento. Vinte e quatro (24 horas após a intoxicação, os coelhos foram divididos aleatoriamente em três grupos de 5 animais. Cada grupo recebeu um tratamento diferente durante 13 dias. O grupo I foi tratado com tetracloreto de carbono diluído na 30ª centesimal hahnemanniana (30 CH, uma vez ao dia. O grupo II recebeu Phosphorus 30 CH, também uma vez ao dia. O grupo III desempenhou o papel de controle, recebendo diariamente uma dose de placebo, pelo mesmo período de tempo que os grupos anteriores. Os resultados das concentrações séricas de ALT, AST, GGT e FA foram submetidos à análise estatística. A variação da concentração de todas as enzimas foi significativa entre os dias, mas nem todas variaram significativamente entre os grupos considerados. O tetracloreto de carbono 30 CH foi capaz de acelerar a recuperação do quadro de hepatite tóxica aguda determinada pela redução dos níveis de ALT. O tratamento com Phosphorus 30 CH mostrou-se incapaz seja de reverter o quadro de hepatite tóxica, seja de acelerar a regeneração hepática.Fithteen (15 New Zeland and Californian rabbits (Oryctolagus cuniculus were submitted to intoxication with carbon tethracloride in a dose 0/0.5 ml/kg, once a day, administred by orogastric sonde. Enzimatic parameters: alanine aminotransferase (ALT, aspartate aminotransferase (AST, alkaline phosphatase and gamma-glutamyltransferase of those rabbits were tested before and during the experiment. After the intoxication, the rabbits were divided in three groups of five animals. Each group received differents treatments during 13 days. The

  8. Prevalência do anticorpo da hepatite A em crianças e adolescentes com hepatopatia crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferreira Cristina T.

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a prevalência de hepatite viral A (HVA em crianças e adolescentes portadores de doenças crônicas do fígado, em um serviço de hepatologia pediátrica. Métodos: entre maio de 1999 e fevereiro de 2001, foi estudada a prevalência de anticorpos anti-HVA total em 60 crianças e adolescentes, entre 1 e 16 anos de idade, portadoras de hepatopatias crônicas, provenientes da unidade de gastroenterologia pediátrica e programa de transplante hepático infantil do serviço de pediatria do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. O anti-HVA, realizado através de um teste laboratorial comercialmente disponível em nosso meio (Abbott - MEIA HAVAB - sistema AXSYM, foi determinado e relacionado com a idade, com o sexo, com a cor, com o diagnóstico etiológico da hepatopatia e com a renda familiar dos pacientes. Resultados: apenas uma criança de 1 ano, portadora de atresia biliar, foi excluída do estudo por apresentar anti-HVA indeterminado, em duas ocasiões. Das 59 crianças restantes, 14 (24% apresentavam resultados positivos para o anti-HVA total. As idades dos pacientes com anti-HVA positivos variaram de 1 a 16 anos (x= 7,7 anos e mediana 8,5 anos. Não houve diferença significante entre idade, sexo e cor entre os grupos positivo e negativo. A renda familiar foi menor no grupo dos pacientes anti-HVA positivo, mas não mostrou diferença estatística significante. A diferença de prevalência de anti-HVA entre as etiologias das hepatopatias está, provavelmente, relacionada à idade mais do que ao diagnóstico. Conclusões: na população estudada, a maioria (76% das crianças e adolescentes portadoras de hepatopatias crônicas é suscetível à infecção pelo vírus A, podendo apresentar, portanto, um curso mais grave e complicações, se adquirirem HVA. Sugerimos, então, que esses pacientes devam receber a vacina inativada contra HVA.

  9. Influência da migração na prevalência de marcadores sorológicos de hepatite B em comunidade rural: 1- Análise da prevalência segundo local de nascimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Afonso D. C. Passos

    1993-02-01

    Full Text Available Como parte de uma investigação epidemiológica de campo sobre hepatite B num município de características rurais do Estado de São Paulo, Brasil, foi estudada a distribuição de marcadores sorológicos dessa doença segundo à área de residência e o local de nascimento dos indivíduos. Para o município estudado como um todo, a prevalência encontrada para um ou mais dos marcadores sorológicos de hepatite B foi de 7,7%, com os habitantes rurais apresentando risco mais elevado que os urbanos (9,8% e 4,9%, respectivamente. A análise da positividade, de acordo com o local de nascimento, mostrou valores mais altos entre os migrantes provenientes de outros Estados do País (15,8%, seguidos dos oriundos de outros municípios de São Paulo (9,2%: entre os nascidos no município estudado e, particularmente em Ribeirão Preto, centro urbano de localização próxima ao mesmo, observaram-se as menores prevalências (5,2% e 2,5%, respectivamente. Discute-se a importância de se analisar em estudos epidemiológicos, a procedência dos indivíduos, variável capaz de influir na história natural da hepatite B numa comunidade, e, eventualmente, explicar diferenças nas distribuições de marcadores dessa infecção em populações aparentemente semelhantes.

  10. Influência da migração na prevalência de marcadores sorológicos de hepatite B em comunidade rural: 1- Análise da prevalência segundo local de nascimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Passos Afonso D. C.

    1993-01-01

    Full Text Available Como parte de uma investigação epidemiológica de campo sobre hepatite B num município de características rurais do Estado de São Paulo, Brasil, foi estudada a distribuição de marcadores sorológicos dessa doença segundo à área de residência e o local de nascimento dos indivíduos. Para o município estudado como um todo, a prevalência encontrada para um ou mais dos marcadores sorológicos de hepatite B foi de 7,7%, com os habitantes rurais apresentando risco mais elevado que os urbanos (9,8% e 4,9%, respectivamente. A análise da positividade, de acordo com o local de nascimento, mostrou valores mais altos entre os migrantes provenientes de outros Estados do País (15,8%, seguidos dos oriundos de outros municípios de São Paulo (9,2%: entre os nascidos no município estudado e, particularmente em Ribeirão Preto, centro urbano de localização próxima ao mesmo, observaram-se as menores prevalências (5,2% e 2,5%, respectivamente. Discute-se a importância de se analisar em estudos epidemiológicos, a procedência dos indivíduos, variável capaz de influir na história natural da hepatite B numa comunidade, e, eventualmente, explicar diferenças nas distribuições de marcadores dessa infecção em populações aparentemente semelhantes.

  11. Asma aguda em adultos na sala de emergência: o manejo clínico na primeira hora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DALCIN PAULO DE TARSO ROTH

    2000-01-01

    Full Text Available Asma é doença com alta prevalência em nosso meio e ao redor do mundo. Embora novas opções terapêuticas tenham sido recentemente desenvolvidas, parece haver aumento mundial na sua morbidade e mortalidade. Em muitas instituições, as exacerbações asmáticas ainda constituem emergência médica muito comum. As evidências têm demonstrado que a primeira hora no manejo da asma aguda na sala de emergência concentra decisões cruciais que podem determinar o desfecho desta situação clínica. Nesta revisão não-sistemática, os autores enfocaram a primeira hora da avaliação e tratamento do paciente com asma aguda na sala de emergência, descrevendo uma estratégia apropriada para o seu manejo. São consideradas as seguintes etapas: diagnóstico, avaliação da gravidade, tratamento farmacológico, avaliação das complicações e decisão sobre onde se realizará o tratamento adicional. Espera-se que estas recomendações contribuam para que o médico clínico tome a decisão apropriada na primeira hora do manejo da asma aguda.

  12. Insuficiência renal aguda em paciente tratada com ATRA e anfotericina B: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gelcimar Moresco

    2011-06-01

    Full Text Available O presente relato apresenta o caso clínico de uma paciente com leucemia promie-locítica aguda tratada com ácido todo-transretinoico (ATRA, que apresentou suspeita de síndrome do ácido transreti-noico (síndrome de ATRA. Com a ocor-rência de leucopenia febril inespecífica, foram associados ao tratamento antimi-crobianos e antifúngicos. A diminuição da função renal, observada inicialmente, contribuiu para a suspeita de síndrome de ATRA, que foi agravada pelos antifúngi-cos. Assim, o uso de ATRA foi suspenso, mas somente 8 dias depois foi caracteriza-da pneumonia e descartada a hipótese de síndrome de ATRA. Nesse contexto, foi discutida a nefrotoxicidade do ATRA e a potencialização desse efeito adverso pelo uso de antifúngicos nefrotóxicos, em par-ticular da anfotericina B, assim como a im-portância do diagnóstico diferencial entre síndrome de ATRA e doença infecciosa.

  13. Consumo alimentar e estresse em pacientes com síndrome coronariana aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelise Helena Fadini Reis Brunori

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOObjetivo:Avaliar se o consumo alimentar de pacientes com síndrome coronariana aguda (SCA segue as recomendações nacionais e internacionais e se existe relação com níveis de estresseMétodo:Estudo transversal com 150 pacientes com SCA que foram entrevistados utilizando-se os Questionários de Frequência Alimentar e Escala de Estresse Percebido-10.Resultados:Consumo diário acima das recomendações: colesterol (92%, fi bras (42,7% e proteínas (68%; consumo abaixo das recomendações: potássio (88% e carboidratos (68,7%; consumo conforme recomendações: sódio (53,3% e lípides (53,3%. A maioria (54% com consumo alimentar inadequado era estressada ou altamente estressada. Houve associação estatisticamente signifi cante entre menor nível de estresse e maior consumo de fibras.Conclusão:Em pacientes com SCA, o consumo alimentar esteve fora do recomendado pelas diretrizes e o menor consumo de fibras ocorre concomitantemente com maior estresse. Esforços educativos podem instrumentalizar os pacientes na adequação do consumo alimentar e no controle do estresse.

  14. Marcadores sorológicos de hepatite B em indivíduos submetidos a exames de sangue em unidades de saúde Serological markers of hepatitis B in people submitted to blood testing in health care clinics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia VG Miranda

    2000-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar aspectos da epidemiologia da hepatite B em pessoas submetidas à coleta de sangue em unidades de saúde. MÉTODOS: Indivíduos dos quais se coletou sangue em unidades de saúde de Ribeirão Preto, independentemente do motivo, foram solicitados a fornecer uma quantidade adicional de material, obtida no momento da coleta e submetida à detecção de marcadores de hepatite B. Simultaneamente, por meio de questionário padronizado, foram obtidas informações de possíveis fatores de risco para a doença. Os dados foram analisados por meio de um modelo de regressão logística. RESULTADOS: As prevalências de HBsAg e de anti-HBcAg foram de 0,3% e 13,9%, respectivamente. Os fatores de risco associados à infecção foram: idade, residência na cidade há menos de um ano, antecedente de hepatite, exposição prévia a casas de correção e homo/bissexualismo masculino. CONCLUSÕES: Devido a dificuldades crescentes de obtenção de sangue de indivíduos sadios, essa pode ser uma alternativa para estudos que objetivem fornecer informações sobre a circulação de agentes infecciosos na população. Embora não se possa generalizar os dados obtidos pela metodologia usada, ela traz conhecimento referente à circulação do vírus de hepatite B.OBJECTIVE: To study some of the epidemiological aspects of hepatitis B in a non-representative sample of patients seen in health care clinics. METHODS: The study population comprised 632 patients who were seen at health care clinics in the city of Ribeirão Preto, Brazil, for the purpose of blood testing, regardless the reason. After signing a written consent, an additional amount of blood was drawn from the same venous puncture site used to collect the original sample for the testing assigned to the patient at the health care clinic. A questionnaire was applied to each participant, looking for the presence of risk factors for hepatitis B. The blood samples were tested for HBV markers, using

  15. Hepatitis C and associated risks in prisons: an integrative review Hepatite C e riscos associados em presídios: uma revisão integrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma Maria Evangelista de Araújo

    2017-10-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo conhecer a produção científica atual sobre a prevalência de hepatite C e riscos associados nos presídios e publicados na literatura científica. Trata-se de uma revisão integrativa realizada nas bases de dados Web of Science, CINAHL e Lilacs, incluindo artigos nacionais e internacionais publicados entre 2009 a 2014. A partir dos critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados 16 artigos. Predominaram os artigos descritivos (37,5%, transversais (50%. Todos apresentaram nível IV de evidência científica. A prevalência de Hepatite C foi variada e os principais fatores de risco associados à positividade para hepatite C foram o uso de drogas injetáveis, presença de tatuagem, idade. Por ser uma doença de longo curso assintomático, a hepatite C revela-se como um problema relevante no sistema prisional, exigindo mais atenção no sentido de produzir conhecimentos que orientem a adoção de medidas efetivas de controle e prevenção.

  16. Hepatite C Hepatitis C

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edna Strauss

    2001-02-01

    Full Text Available Estima-se que cerca de 3% da população mundial esteja infectada pelo vírus da hepatite C. Todos os que receberam transfusão de sangue ou seus componentes e os usuários de drogas podem estar infectados. Procedimentos odontológicos, médicos, tatuagem ou acupuntura também constituem fatores de risco. A infecção se cronifica em até 85% dos indivíduos, com evolução assintomática durante anos ou décadas e apresentação clínica variada. Para o diagnóstico, a determinação do anti-VHC revela-se muito sensível e a confirmação se faz pela determinação do RNA-VHC no sangue; o estadiamento da doença e a avaliação da atividade inflamatória pela biópsia hepática. O tratamento objetiva deter a progressão da doença hepática através da inibição da replicação viral. Devido à baixa eficácia terapêutica aliada a importantes efeitos colaterais do interferon e da ribavirina, esses medicamentos encontram indicações e contra-indicações específicas. Vários fatores preditivos de resposta ao tratamento, principalmente a carga viral e o genótipo do VHC, mostram-se úteis na avaliação dos pacientes.It has been estimated that 3% of the world population is infected with the hepatitis C virus. Those who are blood product recipients or have been illicit drug users are at risk. Dental and medical procedures as well as tattooing and acupuncture are also risk factors. Chronic infection occurs in up to 85% of infected cases but they may remain without symptoms during years or even decades, and clinical presentation varies. Determination of anti-HCV in sera is a fairly sensitive tool for the diagnosis, and confirmation requires the identification of HCV-RNA. Staging of the liver disease as well as definition of its present activity can be graded by liver biopsy. The aim of treatment is to stop the progression of the hepatic disease by inhibiting viral replication. Due to the low therapeutic efficacy combined with important side

  17. Hepatitis C: sexual or intrafamilial transmission? Epidemiological and phylogenetic analysis of hepatitis C virus in 24 infected couples Hepatite C: transmissão sexual ou intrafamiliar? Análise epidemiológica e filogenética do vírus da hepatite C em 24 casais infectados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norma de Paula Cavalheiro

    2009-06-01

    Full Text Available The role of sexual or intrafamilial transmission of hepatitis C is controversial. A phylogenetic analysis was performed on the non-structural region 5B of the hepatitis C virus (NS5B-HCV. High percentages of homology (mean of 98.3% were shown between the couples. Twenty (83.3% of the 24 men but only two of the women (8.3% reported having had sexually transmitted diseases during their lives. The risk factors for HCV acquisition were blood transfusion (10 couples, use of illegal injected drugs (17, use of inhalants (15, acupuncture (5 and tattoos (5. The shared use of personal hygiene items included toothbrushes between six couples (25%, razor blades between 16 (66.7%, nail clippers between 21 (87.5% and manicure pliers between 14 (58.3%. The high degree of similarity of the hepatitis C virus genome supports the hypothesis of hepatitis C virus transmission between these couples. The shared use of personal hygiene items suggests the possibility of intrafamilial transmission of infection.O papel da transmissão sexual ou intrafamiliar da hepatite C é controverso. Foi feita análise filogenética, região não estrutural 5B do vírus da hepatite C (NS5B-HCV. Altas percentagens de homologia com média de 98,3% foi revelada entre os casais. Vinte (83,3% de 24 homens, contra apenas duas (8,3% mulheres reportaram doença sexualmente transmisível durante suas vidas. Os fatores de risco para aquisição da doença foram: transfusão de sangue para 10 casais, uso de drogas ilícitas injetáveis para 17, inalatórias para 15, acupuntura em 5 e tatuagens para 5. O compartilhamento de utensílios de higiene pessoal incluem: escova de dente para seis (25% dos casais, lâmina de barbear para 16 (66,7%, cortador de unhas para 21 (87,5% e alicate de manicure para 14 (58,3%. O alto grau de similaridade genômica entre os vírus da hepatite C suporta a hipótese de transmissão entre os casais. O uso compartilhado de utensílios de higiene pessoal sugere a

  18. Hepatitis B: epidemiological, immunological, and serological considerations emphasizing mutation Hepatite B: considerações epidemiológicas, imunológicas e sorológicas com ênfase em mutação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo El Khouri

    2004-01-01

    Full Text Available The global prevalence of hepatitis B virus is estimated to be 350 million chronic carriers, varying widely from low (8% as in Africa, Southeast Asia, and China. The overall prevalence in Brazil is about 8%. There are currently 7 genotypic variations, from A to G, and also 4 main surface antigen subtypes: adw, ayw, adr, and ayr. There has been great interest in identifying the geographic distribution and prognosis associated with the various genotypes and subtypes. Although the serologic test is highly sensitive and specific, it does not detect cases of mutant hepatitis B, which is increasingly common worldwide due to resistance and vaccine escape, antiviral therapy, and immunosuppression, among other causes. Alterations in surface, polymerase, X region, core, and precore genes have been described. The main mutations occur in surface and in core/precore genes, also known as occult hepatitis, since its serologic markers of active infection (HBsAg and viral replication (HBeAg can be negative. Thus, mutation should be suspected when serologic tests to hepatitis B show control of immunity or replication coincident with worsened clinical status and exclusion of other causes of hepatitis.A prevalência mundial do vírus da Hepatite B é estimada em cerca 350 milhões de infectados cronicamente, tendo distribuição bastante variada com prevalências baixas desde inferiores a dois por cento, como Europa Ocidental, América do Norte, Nova Zelândia, Austrália e Japão - até altas, superiores a oito por cento como encontradas na África, Sudeste Asiático e China. No Brasil, a prevalência média é em torno de 8%. São descritos atualmente sete variações genotípicas do HBV, nomeadas de A a G, e quatro subtipos principais de antígenos de superfície: "adw", "ayw", "adr "e "ayr", existindo um grande interesse em identificar quais os subtipos e genotipos mais prevalentes a fim de correlacioná-los com manifestações clínicas e distribuição geogr

  19. Acute liver failure in children: observations in Vitória, Espírito Santo State, Brazil Insuficiência hepática aguda na criança: observações em Vitória, Estado do Espírito Santo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra F. Moreira-Silva

    2002-10-01

    resultados demonstram que o vírus da hepatite A é o principal agente etiológico de insuficiência hepática aguda em crianças no nosso meio. A observação de quatro casos sem marcadores para infecção com os vírus A,B ou C e sem suspeita de intoxicação exógena está de acordo com o relato de hepatites agudas esporádicas não A-E no Nordeste do Brasil.

  20. Suspected acute toxoplasmosis in pregnant women Suspeita de toxoplasmose aguda em gestantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Peres Castilho-Pelloso

    2007-02-01

    concepto relacionadas ao perfil clínico, laboratorial e terapêutico. MÉTODOS: Estudo retrospectivo com gestantes IgM anti-Toxoplasma gondii reagentes e conceptos atendidos em serviço público de saúde do Paraná, de janeiro/2001-dezembro/2003. Foram obtidas informações a partir de dados dos registros clínicos, laboratoriais (ELISA IgM/IgG, ultrassonográficos e de entrevista materna. Para testar a homogeneidade dos indices de IgM em relação ao tratamento usado, aplicou-se o qui-quadrado de Pearson. O nível de significância adotado foi de 5%. RESULTADOS: Ocorreram 290 casos (1,0% IgM reagentes, evidenciando prevalência de 10,7 gestantes com sorologia reagente a cada 1.000 nascimentos. Duzentos e quatorze de 290 gestantes iniciaram o pré-natal até a 12ª semana de gestação; 146/204 foram assintomáticas; cefaléia, distúrbios visuais e mialgia foram queixas freqüentes; 13/204 gestantes apresentaram anormalidades ao ultrassom; 112/227 gestantes receberam quimioprofilaxia; um único teste ELISA apoiou a maioria das tomadas de decisão para a quimioprofilaxia. Houve tendência em tratar gestantes com índices de IgM=2.000. Dentre as crianças expostas, 44/208 tiveram algum acompanhamento sorológico, das quais todas foram IgG reagentes e três casos IgM reagentes apresentaram manifestações clínicas. CONCLUSÕES: A existência de gestantes com suspeita laboratorial de toxoplasmose aguda não devidamente investigada e de conceptos sem monitoração adequada evidenciam que aspectos fundamentais da assistência pré-natal não estão sendo sistematicamente observados. Aponta-se a necessidade de implementar o sistema de vigilância para gestantes e crianças expostas ao T. gondii.

  1. Soroepidemiologia para o virus da hepatite B (VHB em gestantes/parturientes e sua transmissão para recém-nascidos em Goiânia, GO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Divina das Dores P. Cardoso

    1996-08-01

    Full Text Available Foram coletadas, entre março de 1990 e julho de 1992, 1459 amostras sanguíneas de mulheres gestantes/parturientes na cidade de Goiânia-GO, objetivando detecção da infecção pelo vírus da hepatite B (VHB, através dos marcadores sorológicos AgHBs e anti-HBs. O percentual depositividade encontrado, pelo teste imunoenzimãtico, foi de 7,5%, sendo 0,5%para AgHBs e 7,0%para anti-HBs. A análise efetuada, considerando a faixa etária, mostra que 7 de 8 mulheres AgHBs-positivas pertenciam à faixa etária de até 30 anos, situação semelhante em relação ao anti-HBs(83/101. Das 8 mulheres positivas, 4 tiveram seus recém-nascidos submetidos a tratamento profilático com vacina (Engerix B e imunoglobulina humana anti-hepatite B (HBIG. Além disso, 3 dessas crianças foram analisadas sorologicamente, sendo que uma era AgHBs-positiva ao nascimento. Doença sexualmente transmissível e transfusão sanguínea foram fatores de risco que coirelacionaram significantemente com a infecção. Esses resultados parece-nos reforçar a indicação de triagem à infecção pelo vírus da hepatite B no período pré-natal, assim como a adoção de medidas imunoprofiláticas nas crianças nascidas de mães positivas.In order to detect hepatitis B vírus (HBV, 1459 serum samples from pregnant/parturient women were collected at two public hospitals in Goiânia, GO. These samples were tested by enzyme linked immunosorbent assay forHBsAg and anti-HBs. 109 (7.5% serum samples were positive. Eight (0.5% sera were positive for HBsAg and 101 (7.0% for anti-HBs. Viral positivity for both HBsAg and anti- HBs were observed in women which age ranged from 15 to 30 years. Four newborns from HBsAg positive mothers were submitted to the treatment with HBV vaccine (Engerix B and with hyperimmune gammaglobulin (HBIG - Abbott Laboratories - Brazil. Cord blood from one of the newborns was positive for HBsAg. A positive association was found between hepatitis B and sexually

  2. Diabetes insipidus como manifestação inicial de leucemia mieloide aguda em paciente com monossomia do cromossomo 7

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Dias Lima Morais

    2017-04-01

    Full Text Available O diabetes insipidus (DI central é uma síndrome caracterizada pela incapacidade de concentração urinária devido à deficiência do hormônio antidiurético. O envolvimento do sistema nervoso central é frequente nas leucemias, mas a ocorrência de DI é rara e confere pior prognóstico. A patogênese do DI na leucemia não é totalmente conhecida, mas a infiltração do eixo hipotálamo-hipofisário por células leucêmicas parece ser um fator responsável. O presente relato descreve o caso de um paciente que apresentou DI como primeira manifestação de leucemia mieloide aguda e que evoluiu com dificuldades de ajustes do sódio sérico, da poliúria e da reposição volêmica, necessitando de permanência prolongada em unidade de cuidados intensivos. Palavras-chave: diabetes insipidus; leucemia mieloide aguda; monossomia; cromossomo 7.

  3. Nota sobre antígeno relacionado à hepatite (HB Ag e anticorpo (HB Ab em população do território Federal do Amapá

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hermann G. Schatzmayr

    1974-04-01

    Full Text Available 53 amostras de soro, provenientes de Ferreira Gomes, no Amapá, foram testados para antígeno HB Ag e anticorpo HB Ab, com uma positividade de 3,7% para HB Ag, sub-tipo D. Os autores acentuam a necessidade de inquéritos em populações brasileiras a fim de estabelecer os sub-tipos associados à hepatite.3,7% of 53 serum samples from healthy inhabitants of Ferreira Gomes, Amapá, were positive for HB Ag, subtype D. The authors síress the needs of surveys to deteet the prevalent types of antigens associated with viral hepatitis in different areas of Brazil.

  4. Niveis sericos das vitaminas lipossoluveis (A, D e E) em pacientes com atresia biliar e hepatite auto-imune e a relação com o estado nutricional e indicadores clinicos e laboratoriais

    OpenAIRE

    Margareth Lopes Galvão Saron

    2008-01-01

    Resumo: As doenças hepáticas crônicas podem induzir à má-absorção de lipídios e vitaminas lipossolúveis e levar ao comprometimento do estado nutricional. O objetivo da pesquisa foi determinar os níveis séricos de vitaminas lipossolúveis (A, D e E) em crianças e adolescentes com atresia biliar (AB) e hepatite auto-imune (HAI) e verificar a relação com o estado nutricional e indicadores laboratoriais e clínicos. O estudo foi transversal e controlado e foram avaliados os pacientes com HAI (n=25...

  5. INFLUÊNCIA DA INGESTÃO DO SUCO DE LARANJA SOBRE O ESTADO NUTRICIONAL E DIETÉTICO EM PACIENTES COM HEPATITE C CRÔNICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delfina Alfredo MANJATE

    2013-01-01

    Full Text Available A infecção pelo vírus da hepatite C é um problema mundial de saúde pública. Afeta cerca de 170 a 250 milhões de indivíduos no mundo podendo levar a complicações como a cirrose e o hepatocarcinoma. Pacientes com hepatite C crônica, na maioria das vezes, têm ingestão inadequada de nutrientes, macronutrientes e micronutrientes, o que induz a modificações do estado nutricional. A suplementação com vitamina C neste tipo de enfermidade tem demonstrado benefícios, no entanto as informações disponíveis são muito limitadas. O estudo teve como objetivo avaliar e testar o efeito da ingestão regular do suco de laranja sobre o estado nutricional e dietético de pacientes com hepatite C crônica. Participaram do estudo 23 pacientes voluntários, sendo 13 homens e 10 mulheres, atendidos no Serviço Especial de Saúde de Araraquara (SESA. Os pacientes consumiram durante 8 semanas 500 mL.d-1 de suco de laranja. No início do estudo e após as 8 semanas de intervenção com suco os pacientes foram submetidos a avaliação dietética e antropométrica. Esta intervenção dietética não alterou o estado nutricional dos pacientes.

  6. Análise espacial da soroprevalência da hepatite A em crianças de uma região carente de Duque de Caxias, RJ, Brasil Spatial analysis of hepatitis A seroprevalence in children of a poor region of Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Brazil

    OpenAIRE

    Roberto de Andrade Medronho; Luis Iván Ortiz Valencia; Bruno de Paula Menezes Drumond Fortes; Ricardo Cerqueira Campos Braga; Simone do Valle Ribeiro

    2003-01-01

    Os autores estimaram áreas de risco para hepatite A em quatro setores censitários de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, área de intervenção ambiental do Programa de Despoluição da Baía de Guanabara, a partir de um inquérito de soroprevalência para hepatite A em crianças residentes nesta localidade. A amostra consistiu de 454 crianças com idade entre 1 e 9 anos, selecionadas através de amostra aleatória simples em cada grupo etário. Foram coletadas alíquotas de sangue para detecção de anticorpos...

  7. Hepatites B e C em usuários de drogas injetáveis vivendo com HIV em São Paulo, Brasil Hepatitis B and C among injecting drug users living with HIV in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Mattos Marchesini

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever o perfil de usuários de drogas injetáveis vivendo com HIV/Aids e estimar a prevalência de hepatites B e C nesse grupo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com 205 pessoas vivendo com HIV/Aids, usuários de drogas injetáveis em acompanhamento em três unidades de atendimento da rede pública do Município de São Paulo, em 2003. Foi selecionada amostra não-probabilística, obtida de forma consecutiva e voluntária, nos dias em que compareciam para consulta nas unidades de atendimento. Por meio de entrevistas, foram levantados dados pessoais e informações sobre comportamento sexual, uso de drogas e conhecimento de hepatites. Foram realizados testes para detecção da infecção pelos vírus das hepatites B e C. RESULTADOS: Dos entrevistados, 81% eram homens e 19% mulheres, com idade média de 39 anos (dp=6,1 e seis anos de educação formal (dp=2,0. Não havia diferença em relação ao estado marital entre os sexos, 48% eram solteiros, 42% casados e 8% divorciados. A idade média do primeiro uso de tabaco, álcool e drogas ilícitas foi 13, 15 e 18 anos, respectivamente. Prevalências de hepatites B e C foram, respectivamente, de 55% (IC 95%: 49;63 e 83% (IC 95%: 78;88. Antes de usar droga injetável pela primeira vez, 80% dos respondentes não tinham ouvido falar de hepatites B e C. CONCLUSÕES: A alta prevalência de hepatites B e C e o baixo nível de conhecimento sobre a doença justificam a inclusão de esclarecimentos sobre as infecções hepáticas e de vacinação contra hepatite B nas estratégias de redução de danos pelo HIV.OBJECTIVE: To describe the profile of injecting drug users living with HIV/AIDS and estimate hepatitis B and hepatitis C prevalence rates within this group. METHODS: Cross-sectional study conducted with 205 injecting drug users living with HIV/AIDS receiving attention in three public health clinics in the city of Sao Paulo, in 2003. A non-probabilistic sample of volunteers was

  8. Indução do padrão citoplasmático em forma de "bastões e anéis" através do tratamento da hepatite C: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariano Felisberto

    2015-04-01

    Full Text Available Paciente do sexo feminino, queixando-se de astenia e dor em hipogastro, foi admitida no pronto-socorro do Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP. Durante a anamnese relatou tratamento de infecção crônica pelo vírus da hepatite C (VHC com inteferon peguilado e ribavirina. Dentre os exames laboratoriais solicitados, a pesquisa de autoanticorpos contra antígenos celulares (PAAC-HEp-2, conhecido tradicionalmente como fator antinúcleo (FAN, apresentou fluorescência em forma de bastões e/ou anéis no citoplasma das células. Esse padrão é caracterizado por bastões de 3-10 µm e anéis com 2-5 µm de diâmetro espalhados através do citoplasma da célula. Portanto, esse novo padrão tem sido designado como "bastões e anéis" (traduzido do inglês: Rods and Rings, RR. O alvo antigênico dessa reação foi identificado como inosina-5'-monofosfato desidrogenase tipo 2 (IMPDH2 que é uma enzima chave na síntese de nucleotídeos púricos. A enzima IMPDH2 agregada ou modificada em forma de RR nos pacientes tratados com ribavirina pode tornar-se antigênica e induzir uma resposta autoimune. É possível que o interferon alfa estimule a ocorrência de reatividade anti-RR aparentemente induzida pela ribavirina. Até o momento não se sabe por que o padrão RR em células HEp-2 ocorrem apenas em uma fração de pacientes portadores do VHC. Os dados apresentados em trabalhos anteriores possibilitam afirmar que esses anticorpos associados ao padrão RR estão fortemente relacionados com o tratamento da hepatite C. Além disso, pode-se afirmar que a ocorrência de reatividade anti-RR é promovida pela terapia combinada com interferon alfa e ribavirina.

  9. Study of acute hepatotoxicity of Equisetum arvense L. in rats Estudo da hepatotoxicidade aguda da Equisetum arvense L. em ratos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilo César do Vale Baracho

    2009-12-01

    Full Text Available PURPOSE: To evaluate the acute hepatotoxicity of Equisentum arvense L. in rats. METHODS: Fifty Wistar rats were used, these being divided in four groups, one being the control (receiving only water and the other groups receiving graded doses of Equisentum arvense L. (30, 50, and 100mg/kg respectively for 14 days. Blood samples were obtained to determine TGO, TGP, FA, DHL and GT-gamma activities. After that, hepatic tissue samples were collected for the anatomopathologic analysis. RESULTS: The anatomopathologic exam of the hepatic tissue showed organ with preserved lobular structure. In the same way, there was no significant change in the seric activities of the hepatic enzymes when compared to control group. CONCLUSION: The oral treatment with graded doses of Equisentum arvense L. was not able to produce hepatic changes. Further studies are necessary to evaluate the chronic hepatotoxicity of Equisentum arvense L. in rats.OBJETIVO: Investigar a hepatotoxicidade aguda da Equisetum arvense L. em ratos. MÉTODOS: foram utilizados 50 ratos Wistar, os quais foram divididos em quatro grupos, sendo um controle (recebendo apenas água e os outros grupos recebendo doses crescentes de cavalinha (30, 50 e 100mg/Kg, respectivamente por 14 dias. Foram coletadas amostras de sangue para determinação da atividade sérica de TGO, TGP, FA, DHL e gama-GT. Em seguida, foram obtidas amostras de tecido hepático para análise anatomopatológica. RESULTADOS: O exame anatomopatológico de tecido hepático demonstrou órgão com estrutura lobular preservada. Da mesma forma, não houve alteração significativa na atividade sérica das enzimas hepáticas, quando comparado ao grupo controle. CONCLUSÃO: O tratamento com doses crescentes de Equisetum arvense L., não induziu hepatotoxicidade aguda em ratos. Novos estudos são necessários para avaliar a hepatoxicidade crônica de Equisetum arvense L. em ratos.

  10. Síndrome coronariana aguda em paciente jovem com sintomas atípicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Daher

    2012-08-01

    Full Text Available O diagnóstico da dor torácica aguda no setor de emergência pode ser difícil e desafiador, incluindo diversos diagnósticos diferenciais, dentre eles: causas benignas a causas potencialmente fatais. O diagnóstico na maioria das vezesé estabelecido através do quadro clínico e de exames complementares como: marcadores de necrose miocárdica, eletrocardiograma e radiografia de tórax.A angiotomografia coronariana tem sido utilizada nos casos de dor torácica aguda com baixa ou intermediária probabilidade de síndrome coronariana aguda, permitindo sua exclusão e conseqüente alta precoce dos pacientes. Apresentamosrelato de caso de uma paciente jovem com dor precordial atípica e marcadores de necrose miocárdica discretamente elevados. Considerando-se a epidemiologia e o quadro clínico da paciente, foi feita hipótese diagnóstica inicial de miocardite. A angiotomografia cardíaca com pesquisa de realce tardiofoi solicitada. Apesar do escore de cálcio ter sido zero, foi diagnosticada lesão estenosante grave no terço médio da artéria coronária descendente anterior com realce tardio na parede anterior do ventrículo esquerdo, compatível comnecrose miocárdica. A paciente foi submetida a cateterismo com angioplastia da lesão.

  11. Fatores de risco para infecção pelo HIV em pacientes com o vírus da hepatite C Risk factors for HIV infection among patients infected with hepatitis C virus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anita Campos Mendonça Silva

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Os vírus da imunodeficiência humana e o vírus da hepatite C apresentam fatores de transmissão em comum. Atualmente, há alta freqüência da co-infecção, principalmente em indivíduos usuários de drogas injetáveis e com história de transfusões. O objetivo do estudo foi avaliar os fatores de risco para infecção pelo HIV em pacientes infectados pelo vírus da hepatite C. MÉTODOS: Trata-se de estudo epidemiológico do tipo caso-controle, realizado com 118 pacientes (casos infectados pelos vírus HIV e vírus da hepatite C e 233 pacientes (controles infectados somente pelo vírus da hepatite C. Entre janeiro de 1999 a novembro de 2001, os pacientes foram submetidos a questionário sobre características sociodemográficas, profissionais, e principais fatores de risco para infecção pelos vírus. Após descritas e comparadas, as variáveis foram submetidas à análise univariada, e em seguida à análise de regressão logística para variáveis selecionadas pelo teste da razão da máxima verossimilhança. RESULTADOS: A co-infecção está associada ao sexo feminino (OR=2,89; IC 95%: 1,16-7,08, aos estados civis separado/viúvo (OR=3,91; IC 95%: 1,34-11,35, ao uso pregresso ou atual de drogas ilícitas (OR=3,96; IC 95%: 1,55-0,13 e ao hábito de compartilhar canudos ou seringas (OR=10,28; IC 95%: 4,00-6,42. CONCLUSÕES: Em pacientes infectados pelo vírus da hepatite C, o sexo feminino é fator de risco para a infecção pelo HIV quando ajustado à variável compartilhar canudos ou seringas. Os estados civis separado/viúvo, uso de drogas ilícitas e hábito de compartilhar canudos ou seringas são, também, fatores associados ao risco para esta co-infecção.OBJECTIVE: Human immunodeficiency virus and hepatitis C virus share the same routes of transmission. Currently, there is a high frequency of co-infection worldwide, especially among users of injectable drugs and in subjects with history of blood transfusions. The aim of

  12. Diagnósticos de enfermagem em adultos com leucemia mielóide aguda

    OpenAIRE

    Souza, Luccas Melo de; Gorini, Maria Isabel Pinto Coelho

    2006-01-01

    Trata-se de um estudo de casos, que objetivou identificar os Diagnósticos de Enfermagem (DE) de pacientes adultos com Leucemia Mielóide Aguda, a fim de fornecer subsídios à Sistematização da Assistência de Enfermagem. Utilizaram-se as técnicas de entrevista e observação, além da aplicação do Processo de Enfermagem. Durantes os três meses da coleta de dados, outros DEs foram encontrados através de novas buscas nos prontuários dos 6 pacientes. Os 32 DEs encontrados foram agrupados conforme a Te...

  13. Toxicidade aguda do extrato aquoso de folhas de Erythrina velutina em animais experimentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariadne Conceição Santos Craveiro

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo a avaliação da toxicidade aguda do extrato aquoso de folhas de Erythrina velutina, espécie vegetal muito usada na medicina popular principalmente como tranqüilizante. O protocolo experimental utilizado seguiu o Guia para a Realização de Estudos de Toxicidade Pré-clínica de Fitoterápicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa, 2004. Ratos Wistar adultos foram tratados por via oral com a dose limite de 5 g/kg do extrato e observados por 14 dias consecutivos. Nenhum animal veio a óbito e nenhum sinal de toxicidade foi detectado nas observações comportamentais ou nas autópsias, indicando uma razoável atoxicidade do extrato.

  14. Trabalhadores de um hospital escola em Fortaleza-CE: exposição cotidiana à hepatite B | Workers in a teaching hospital in Fortaleza, Ceará, Brazil: daily exposure to hepatitis B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Gleice da Silveira Mota

    2015-05-01

    Full Text Available Estudo transversal, descritivo, quantitativo, que objetivou analisar os acidentes ocupacionais ocorridos entre os profissionais de saúde envolvendo risco para hepatite B, em um hospital escola, em 2013. Analisaram-se 95 notificações, a maioria (73,7% mulheres, 39 (41,1% técnico/auxiliar de enfermagem. A faixa etária prevalente foi 20 a 39 anos, com 62 (65,3% profissionais. A exposição percutânea ocorreu em 77 (81,1% casos, sendo a agulha com lúmen o principal objeto causador com 35 (36,8% e o sangue o material biológico mais notificado, com 75 (78,9% ocorrências; 81 (83,5% pacientes-fonte eram conhecidos, cinco (5,3% apresentando positividade para o HBsAg; 69 (72,6% profissionais apresentavam esquema vacinal completo para hepatite B. Quanto às condutas pós-acidente, 25 (26,3% foram vacinados e dois (2,1% utilizaram imunoglobulina. Apesar do protocolo do Ministério da Saúde (MS enfatizar a adoção de medidas de biossegurança, acidentes com profissionais ainda ocorrem, aumentando o risco de exposição às doenças veiculadas pelo sangue. -----------------------------------------------------------------------------------------------We aimed to analyze the incidence of occupational accidents involving risk for hepatitis B among healthcare professionals in a teaching hospital in 2013 using a cross-sectional design that incorporated both descriptive and quantitative data. We analyzed 95 occupational accident notifications, with the majority coming from women (73.7% working as a technical or nursing assistant (39; 41.1%. The most prevalent age group was 20–39 years, and most (62; 65.3% were professionals. Percutaneous exposure occurred in 77 (81.1% cases, with the needle lumen as the main delivery object accounting for 35 cases (36.8%. Blood was the most common biological agent, accounting for 75 cases (78.9%. Eighty-one (83.5% were known source patients, with 5 (5.3% testing positive for HBsAg. Furthermore, 69 (72.6% professionals

  15. Proteinograma sérico, com ênfase em proteínas de fase aguda, de bovinos sadios e bovinos portadores de enfermidade aguda de ocorrência natural

    OpenAIRE

    Simplício,K.M.M.G.; Sousa,F.C.; Fagliari,J.J.; Silva,P.C.

    2013-01-01

    Nas últimas décadas, as proteínas de fase aguda (PFAs) tornaram-se biomarcadores de escolha em medicina humana para identificação e monitoração de doenças. Não há razão para imaginar que tais pesquisas clínicas não sejam igualmente úteis na medicina veterinária. Com o objetivo de verificar a importância das PFAs como biomarcadores de doenças inflamatórias em bovinos, determinou-se o proteinograma sérico, por meio da técnica de eletroforese SDS-PAGE, com interesse especial nas PFAs. Foram util...

  16. Valor Diagnóstico do Aumento dos Eosinóftlos e Linfocitos no Lavado Bronco-Alveolar em Doentes com Insuficiência Respiratória Aguda e Infiltrados Pulmonares Difusos

    OpenAIRE

    Kazui Soma; Nobukazu Takada; Masaru Kubota; Masato Katagiri; Nobuo Yanase; Tomoyuki Tomita; Takashj Ohwada

    2000-01-01

    RESUMO: Os autores analisaram de 1983 a 199 1, a utilidade da contagem diferencial de células no Lavado Bronco-Alveolar (LBA) em doentes com Insuficiência Respiratória Aguda (IRA) e Infiltrados Pulmonares Difusos (IPD), com particular interesse nos que apresentavam níveis elevados de eosinóflos ou de linfocitos no LBA. Foram estudados 118 doentes com insuficiência respiratória para aguda e com PaO2

  17. Infecção pelo vírus da hepatite B em hemofílicos em Goiás: soroprevalência, fatores de risco associados e resposta vacinal Seroprevalence, vaccination response and risk factors for hepatitis B virus infection in hemophiliacs in Goiás

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato S. Tavares

    2004-01-01

    Full Text Available Objetivando determinar a prevalência da infecção pelo vírus da hepatite B (HBV em hemofílicos em Goiás, analisar os fatores de risco associados e avaliar a resposta vacinal contra hepatite B, 102 pacientes foram entrevistados e amostras sangüíneas coletadas para detecção dos seguintes marcadores sorológicos: HBsAg, anti-HBs e anti-HBc. Uma prevalência global de 43,7% (IC 95%: 33,5-54,2 para infecção pelo HBV foi encontrada. A análise multivariada dos fatores de risco mostrou que o número de episódios transfusionais e sorologia positiva para o vírus da hepatite C estiveram significantemente associados à positividade ao HBV. Foram identificados 49 (48,1% hemofílicos susceptíveis a esta infecção, sendo imunizados 30 pacientes com a vacina recombinante Euvax-B. Destes, 28 (93,3% indivíduos apresentaram títulos de anti-HBs maiores que 10 UI/L, o que mostra uma boa resposta à vacina. Os achados deste estudo ressaltam a importância das medidas de controle e prevenção da hepatite B nesta população.In order to study the prevalence and risk factors for hepatitis B in hemophiliacs in Goiás, 102 patients were interviewed and blood samples collected and screened for the following serological markers: HBsAg, anti-HBs and anti-HBc. An overall prevalence of 43.7% (95% IC: 33.5-54.2 was found to hepatitis B virus (HBV infection. Multivariate analysis of risk factors showed that the number of transfusions and positive serology for hepatitis C virus were significantly associated with HBV positivity. There were 48 (48.1% susceptible patients for this infection, of whom 30 were immunized with the Euvax-B vaccine. Among them, 28 (93.3% individuals developed anti-HBs titers higher than 10 IU/L. Thus, a good response was observed in the studied population. The findings of this study emphasize the importance of strategies of control and prevention of hepatitis B in this population.

  18. Insuficiência renal aguda em pacientes com sepse grave: fatores prognósticos = Acute renal injury in patients with severe sepsis: prognostic factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Okamoto, Thábata Yaedu

    2012-01-01

    Conclusões: A insuficiência renal aguda foi ocorrência comum nos pacientes com sepse, fazendo parte de um quadro de disfunção de múltiplos órgãos e sistemas, particularmente nos pacientes com diagnóstico de choque séptico, estando associada a aumento da probabilidade de morte nesses pacientes graves. O uso de drogas vasoativas foi o único fator de risco para mortalidade em pacientes com sepse e insuficiência renal aguda que se manteve na análise multivariada. Estes resultados apontam para a importância do tratamento precoce dos quadros de sepse grave a tempo de prevenir a evolução para choque séptico e para insuficiência renal

  19. Modulação da pressão intracraniana em um modelo experimental de hipertensão abdominal e lesão pulmonar aguda

    OpenAIRE

    Zampieri,Fernando Godinho; Almeida,Juliana Roberta; Schettino,Guilherme Pinto de Paula; Park,Marcelo; Machado,Fabio Santana; Azevedo,Luciano Cesar Pontes

    2011-01-01

    OBJETIVO: Avaliar o efeito de alterações hemodinâmicas, respiratórias e metabólicas sobre a pressão intracraniana em um modelo de lesão pulmonar aguda e síndrome compartimental abdominal. MÉTODOS: Oito porcos Agroceres foram submetidos, após a instrumentação, a cinco cenários clínicos: 1) estado basal com baixa pressão intra-abdominal e pulmão sadio; 2) pneumoperitôneo, com pressão intra-abdominal de 20 mm Hg; 3) lesão pulmonar aguda induzida por lavagem pulmonar e desativação de surfactante;...

  20. Intoxicação aguda por Pteridium arachnoideum e Pteridium caudatum em bovinos e distribuição das plantas em Mato Grosso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Henrique Furlan

    2014-04-01

    Full Text Available São descritos os aspectos epidemiológicos, clínicos e patológicos de um surto de intoxicação por Pteridium arachnoideum e Pteridium caudatum em bovinos no Estado de Mato Grosso. A distribuição dessas plantas no Estado, a intensidade de invasão de pastagens e alguns fatores associados à invasão das pastagens por Pteridium spp. são também descritos. Pteridium spp. foi observada em 83 propriedades de nove municípios de Mato Grosso e deste total, amostras de 22 propriedades foram coletadas para identificação taxonômica. Em 22 propriedades identifica-se P. arachnoideum e em duas dessas havia também P. caudatum. O desmatamento e a realização de queimadas parecem estar relacionados com a invasão de Pteridium spp. nas pastagens. Na propriedade em que ocorreu a doença, 306 bovinos foram introduzidos em uma pastagem formada por Brachiaria brizantha intensamente invadida por P. arachnoideum e P. caudatum e desses 22 bovinos adoeceram e morreram. Os principais sinais clínicos foram febre alta, apatia, fadiga, fraqueza e decúbito. Na necropsia havia graus variáveis de hemorragias em vários órgãos e cavidades e infartos ocasionais. Microscopicamente, a alteração mais importante consistiu em aplasia severa da medula óssea vermelha. Os achados epidemiológicos, clínicos e patológicos associados à identoificação taxonômica da planta fundamentam o diagnóstico de intoxicação aguda por P. arachnoideum e P. caudatum em bovinos. O crescente desmatamento e a frequente utilização de queimadas em Mato Grosso podem contribuir para que esta doença venha a ser uma importante fonte de prejuízos para a pecuária do Estado.

  1. O escore de risco de sangramento como preditor de mortalidade em pacientes com síndromes coronarianas agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Nicolau

    2013-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A ocorrência de sangramento aumenta a mortalidade intra-hospitalar em pacientes com síndromes coronarianas agudas (SCAs, e há uma boa correlação entre os escores de risco de sangramento e a incidência de eventos hemorrágicos. No entanto, o papel dos escores de risco de sangramento como fatores preditivos de mortalidade é pouco estudado. OBJETIVO: Analisar o papel do escore de risco de sangramento como fator preditivo de mortalidade intra-hospitalar numa coorte de pacientes com SCA tratados num centro terciário de cardiologia. MÉTODOS: Dos 1.655 pacientes com SCA (547 com SCA com supra de ST e 1.118 com SCA sem supra de ST, calculou-se o escore de risco de sangramento ACUITY/HORIZONS prospectivamente em 249 pacientes e retrospectivamente nos demais 1.416. Informações sobre mortalidade e complicações hemorrágicas também foram obtidas. RESULTADOS: A idade média da população estudada foi 64,3 ± 12,6 anos e o escore de risco de sangramento médio foi 18 ± 7,7. A correlação entre sangramento e mortalidade foi altamente significativa (p < 0,001; OR = 5,29, assim como a correlação entre escore de sangramento e hemorragia intra-hospitalar (p < 0,001; OR = 1,058, e entre escore de sangramento e mortalidade intra-hospitalar (OR ajustado = 1,121, p < 0,001, área sob a curva ROC 0,753; p < 0,001. O OR ajustado e a área sob a curva ROC para a população com SCA com supra de ST foram 1,046 (p = 0,046 e 0,686 ± 0,040 (p < 0,001, respectivamente, e para SCA sem supra de ST foram 1,150 (p < 0,001 e 0,769 ± 0,036 (p < 0,001, respectivamente. CONCLUSÃO: O escore de risco de sangramento é um fator preditivo muito útil e altamente confiável para mortalidade intra-hospitalar em uma grande variedade de pacientes com SCAs, especialmente aqueles com angina instável ou infarto agudo do miocárdio sem supra de ST.

  2. Custo-efetividade de fondaparinux em pacientes com Síndrome Coronariana Aguda sem supradesnivelamento do ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Pepe

    2012-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O uso combinado de agentes antitrombínicos, antiplaquetários e estratégias invasivas na síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do ST (SCAsSST reduz eventos cardiovasculares. O fondaparinux demonstrou equivalência à enoxaparina na redução de eventos cardiovasculares, porém com menor índice de sangramento nos pacientes que usaram fondaparinux. OBJETIVO: Avaliar o custo-efetividade de fondaparinux versus enoxaparina em pacientes com SCAsSST no Brasil a partir da perspectiva econômica do Sistema Único de Saúde (SUS. MÉTODOS: Um modelo de decisão analítico foi construído para calcular os custos e consequências resultantes dos tratamentos comparados. Os parâmetros do modelo foram obtidos do estudo OASIS-5 (N = 20.078 pacientes com SCAsSST randomizados para fondaparinux ou enoxaparina. O desfecho avaliado foi um composto de eventos cardiovasculares (isto é, morte, infarto agudo do miocárdio, isquemia refratária e sangramentos graves nos dias 9, 30 e 180 pós-SCAsSST. Foram avaliados todos os custos diretos de tratamento e eventos relacionados à SCAsSST. O ano da análise foi 2010 e os custos foram descritos em reais (R$. RESULTADOS: No dia 9, o custo de tratamento por paciente foi R$ 2.768 para fondaparinux e R$ 2.852 para enoxaparina. Aproximadamente 80% do custo total foram associados a tratamentos invasivos. Os custos com medicamentos representaram 10% do custo total. As taxas combinadas de eventos cardiovasculares e de sangramentos maiores foram 7,3% e 9,0% para fondaparinux e enoxaparina, respectivamente. Análises de sensibilidade confirmaram os resultados iniciais do modelo. CONCLUSÃO: O fondaparinux para tratamento de pacientes com SCAsSST é superior à enoxaparina em termos de prevenção de novos eventos cardiovasculares com menor custo. (Arq Bras Cardiol. 2012; [online].ahead print, PP.0-0

  3. Registro de síndrome coronariana aguda em um centro de emergências em cardiologia Acute coronary syndrome registry at a cardiology emergency center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Silva dos Santos

    2006-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as características de pacientes (P com suspeita clínica de síndrome coronariana aguda (SCA, identificando-se o tratamento médico e a mortalidade hospitalar. MÉTODOS: Avaliamos 860 pacientes com SCA de janeiro a dezembro de 2003. Analisamos características basais, modalidade de apresentação da SCA, medicamentos durante a internação, indicação de tratamento clínico ou de revascularização miocárdica (RM e mortalidade hospitalar. RESULTADOS: Foram 503 (58,3% pacientes do sexo masculino, com média de idade de 62,6 anos (±11,9. O diagnóstico na alta hospitalar foi de infarto agudo do miocárdio (IAM com supradesnivelamento do segmento ST (SST em 78 (9,1%, IAM sem SST em 238 (27,7%, angina instável (AI em 516 (60%, manifestação atípica da SCA (síncope ou dispnéia em dois (0,2% e dor torácica não cardíaca em 26 (3%. Foram medicados com betabloqueador em 87,9%, AAS em 95,9%, anti-trombínico em 89,9%, nitroglicerina EV em 86,2%, inibidor do receptor de glicoproteína (IGP IIb/IIIa em 6,4%, clopidogrel em 35,9%, inibidor da enzima conversora da angiotensina (IECA em 77,9% e estatina em 70,9%. A cinecoronariografia foi realizada em 72 pacientes (92,3% com IAM com SST e em 452 (59,8% com SCA sem SST (pOBJECTIVE: Describe clinical characteristics of patients (P admitted to hospital with suspected acute coronary syndrome (ACS, identifying medical treatment and in-hospital mortality. METHODS: Evaluated were 860 patients with ACS from January through December, 2003. We evaluated baseline characteristics, ACS mode of presentation, medication during hospital stay, indication for clinical treatment or myocardial revascularization (MR and in-hospital mortality. RESULTS: Five hundred and three (58.3% were male, mean age 62.6 years (± 11.9. Seventy-eight (9.1% were discharged with the diagnosis of acute ST-elevation myocardial infarction (STEMI, 238 (27.7% with non-ST-elevation myocardial infarction (non-STEMI, 516 (60

  4. Mediastinite Aguda: Estudo Retrospetivo de 8 Anos de Abordagem em Cuidados Intensivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Bastos Furtado

    2018-02-01

    Conclusão: A nossa série difere do reportado na literatura relativamente aos dados demográficos (mulheres, com idade média superior e à etiologia das mediastinites (perfuração do esófago e mediastinites descendentes. Para o sucesso do tratamento é fundamental o diagnóstico e abordagem atempada em ambiente de cuidados intensivos pela gravidade, complexidade e multiplicidade das técnicas aplicadas.

  5. Valor preditivo de marcadores séricos de fibrose hepática em pacientes portadores de hepatite crônica viral C Predictive value of serum markers of hepatic fibrosis in patients with chronic hepatitis C

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Maria Soares Tojal de Barros Lima

    2008-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Os marcadores séricos têm sido empregados na avaliação da fibrose hepática em pacientes portadores de hepatite crônica C (HCC. OBJETIVOS: Avaliar a capacidade do índice aspartato aminotransferase (AST/alanina aminotransferase (ALT, dos níveis séricos de gama-glutamiltransferase (GGT, contagem de plaquetas, do índice AST/plaquetas (APRI e do ácido hialurônico (AH em predizer a intensidade da fibrose hepática na HCC e a variação desses marcadores após tratamento com interferon. PACIENTES E MÉTODOS: Em 72 pacientes portadores de hepatite C determinamos no soro o índice AST/ALT, GGT, plaquetas, índice APRI (obtido pelo quociente AST/plaquetas e o AH, que foram comparados ao estadiamento histológico, segundo os critérios de METAVIR. Receberam tratamento com interferon e ribavirina 65 pacientes. Os indivíduos que concluíram o tratamento (n = 33 realizaram nova dosagem dos marcadores séricos de fibrose para comparar com os níveis pré-tratamento. RESULTADOS: Observamos que a GGT, a contagem de plaquetas, o índice APRI e o AH se correlacionaram com estádio de doença hepática (p INTRODUCTION: Serum markers have been used in the assessment of liver fibrosis in patients with chronic hepatitis C (CHC. AIMS: We evaluated the capacity of aspartate aminotransferase (AST/alanine aminotransferase (ALT ratio, gama-glutamyltransferase (GGT levels, platelet count, the AST to platelet ratio index (APRI and serum hyaluronic acid (HA to predict the intensity of hepatic fibrosis in patients with CHC and the variation of these markers after therapy with interferon. PATIENTS AND METHODS: In 72 patients with hepatitis C, AST/ALT ratio, GGT levels, platelet count, the APRI index (calculated as the ratio of AST to platelets and serum HA concentration were determined and compared to histological staging according to the scoring system of METAVIR. Sixty-five patients received interferon and ribavirin therapy. The individuals that

  6. Prevalência dos marcadores sorológicos dos vírus da hepatite B e D em crianças das tribos Caiabietxucarramãe do parque indígena do Xingu, Brasil central

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ramiro Anthero Azevedo

    1996-10-01

    Full Text Available O Parque Indígena do Xingu (PIX está localizado no estado do Mato Grosso, na região de transição de cenado ao sul e da floresta Amazônica ao norte. Dados de literatura mostram que a população adulta apresenta elevada prevalência de marcadores do vírus da hepatite B (HBV. O presente estudo visa determinar a prevalência dos marcadores do HBV e do HDV na população indígena do PIX de zero a 14 anos, e investigar a forma de transmissão do HBV na região. Entre as 17 tribos existentes no PIX escolheu-se os Caiabi e os Txucairamãe que diferem em seus hábitos de vida e habitam a região Norte do parque com características de clima, vegetação e fauna semelhantes ás da região Amazônica. Avaliaram-se 222 crianças (116 Txucarramãe e 106 Caiabi e 33 mulheres em idade fértil. A pesquisa de marcadores sorológicos para HBV e HDV foi feita por técnica imunoenzimãtica. A prevalência global dos marcadores sorológicos nas crianças foi: HBsAg 4,5%; anti-HBs 39,6%; anti- HBc 44,1%; presença de algum marcador do HBV 47,3% e anti-HDV 0,0%, enquanto que nas mulheres em idade fértil foi: HBsAg 12%, todas anti-HBe positivas. A infecção pelo HBV ocoireu mais precocemente entre os Txucarramãe, quando se considerou algum marcador do HBV (p The medical literature bas shoum that the inhabitants of the Amazon region are highly affected by hepatites B and delta viruses infection, but this has never been studied in Indian children by age group. A study of the prevalence of serological markers of hepatitis B and delta viruses in Indian children aged 0 to 14 years living in the PIX was carried out. Tim Park is located in Central Brazil, a region which is in the transition between the savannah to the south and the Amazon jungle to the north. To determine the prevalence of HBV and HDV markers in Indian children and to characteiize the route of HBV transmission in this region. Out of the 17 tribes living in the PIX, two - the Caiabi and the

  7. Associação entre o polimorfismo rs2275913 de IL-17 e a gravidade da bronquiolite aguda em lactentes

    OpenAIRE

    Mocellin, Magáli

    2014-01-01

    Introdução: a bronquiolite viral aguda (BVA) é uma infecção respiratória de elevada incidência em lactentes. Os mecanismos associados à severidade da doença são ainda pouco conhecidos. Sua gravidade pode estar associada a fatores genéticos e imunológicos. Alguns mediadores da reposta imune parecem influenciar a resposta aos vírus, especialmente as interleucinas (ILs). A IL-17 é uma citocina pró-inflamatória presente no aspirado traqueal de pacientes com BVA. Esta interleucina induz a expressã...

  8. Prevalência de toxoplasmose aguda em gestantes, incidência de toxoplasmose congênita e desempenho de testes diagnósticos em toxoplasmose congênita

    OpenAIRE

    Ivana Rosângela dos Santos Varella

    2007-01-01

    Introdução: A infecção aguda pelo Toxoplasma gondii em gestantes pode determinar infecção fetal através de passagem transplacentária. As crianças afetadas podem desenvolver coriorretinite e déficit neurológico, na ausência de tratamento adequado. Objetivos: Estimar a prevalência de toxoplasmose aguda em gestantes atendidas na maternidade do Hospital Nossa Senhora da Conceição, avaliando possíveis diferenças nas freqüências ao longo do período estudado; medir a incidência de toxoplasmose congê...

  9. Adiponectina sérica e risco cardiometabólico em pacientes com síndromes coronarianas agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Bernardes de Figueiredo Oliveira

    2013-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O tecido adiposo representa não somente uma fonte de energia estocável, mas principalmente um órgão endócrino que secreta várias citoquinas. A adiponectina, uma nova proteína semelhante ao colágeno, foi descoberta como uma citoquina específica do adipócito e um promissor marcador de risco cardiovascular. OBJETIVO: Avaliar a associação entre os níveis séricos da adiponectina e o risco para a ocorrência de eventos cardiovasculares, em pacientes com síndromes coronarianas agudas (SCA, e as correlações entre adiponectina e os biomarcadores metabólicos, inflamatórios e miocárdicos. MÉTODOS: Foram recrutados 114 pacientes com SCA, com seguimento médio de 1,13 ano para avaliação de desfechos clínicos. Modelos de regressão de risco proporcional de Cox com penalização de Firth foram construídos para determinar a associação independente entre adiponectina e o risco subsequente dos desfechos primário (composto de óbito cardiovascular/IAM não fatal/AVE não fatal e coprimário (composto de óbito cardiovascular/ IAM não fatal/AVE não fatal/re-hospitalização requerendo revascularização. RESULTADOS: Houve correlações diretas e significantes entre adiponectina e idade, HDL-colesterol e BNP, e inversas e significantes entre adiponectina e circunferência abdominal, peso corporal, índice de massa corporal, índice HOMA, triglicerídeos e insulina. A adiponectina foi associada a maior risco para os desfechos primário e coprimário (HR ajustado 1,08 e 1,07/incremento de 1.000, respectivamente, p = 0,01 e p = 0,02. CONCLUSÃO: Em pacientes com SCA, a adiponectina sérica foi preditor de risco independente para eventos cardiovasculares. De modo adicional às correlações antropométricas e metabólicas, a adiponectina mostrou correlação significante com BNP.

  10. Surto de aflatoxicose aguda em cães no município de Pelotas/RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina Guterres

    Full Text Available RESUMO: As aflatoxinas pertencem ao grupo das micotoxinas e são substâncias sintetizadas durante a multiplicação de fungos que podem contaminar alimentos e rações animais, produzindo efeitos agudos ou crônicos naqueles que os consomem. Os cães são sensíveis aos efeitos tóxicos das aflatoxinas, havendo dificuldades de diagnóstico definitivo desta doença devido a fatores, como a inespecificidade dos sinais clínicos e o custo elevado da análise da presença de toxinas na alimentação. Desta forma, o objetivo deste artigo foi relatar um surto de aflatoxicose em dezoito caninos, no município de Pelotas - RS, no qual apenas um canino não veio a óbito, após a ingestão de quirelas de milho e arroz contaminadas. O diagnóstico definitivo de aflatoxicose aguda foi obtido através dos dados da anamnese, exames complementares, resultados de necropsia e histopatologia, além de análise da presença de toxinas na alimentação dos animais. Na necropsia observou-se degeneração e necrose hepática severa e na análise das amostras de alimento foi constatada a presença de aflatoxinas B1, B2, G1 e G2, em um somatório de 898,2μg/kg na quirela de milho e de 409,86μg/kg na de arroz. Assim sendo, medidas de conscientização acerca do controle e prevenção das micotoxicoses devem ser tomadas, salientando os possíveis danos à saúde dos animais. Além disto, métodos de identificação de micotoxinas, devem ser implementados na rotina hospitalar, incluindo a análise da ração oferecida, visto que a aflatoxicose, muitas vezes é subestimada.

  11. Reflexões sobre o adoecer e mudanças dietéticas durante a assistência nutricional em pacientes com hepatite C Reflections about getting sick and dietetic changes during nutritional assistance with hepatitis C patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Magalhães Costa Lima

    2011-01-01

    Full Text Available Trata-se de investigar os significados atribuídos por pacientes portadores do vírus da hepatite C sobre a doença e o tratamento dietético. Para tanto, adota-se a metodologia da pesquisa qualitativa em que o sujeito interage com sua narrativa sobre o objeto de estudo e os pesquisadores analisam cuidadosamente seus enunciados. As acepções sobre o adoecer e as mudanças dos hábitos alimentares e de vida dos pacientes foram analisadas por meio da obtenção de entrevistas em profundidade. Ao trazer os sentidos expressos sobre a doença, cria-se a possibilidade de compreensão dos aspectos culturais sobre a alimentação, a nutrição e a dietética; um desafio para os profissionais de saúde e nutrição, que precisam relatar a seus pacientes a necessidade de seguir hábitos alimentares mais saudáveis, implicando alterações nem sempre simples de serem realizadas. Consideram-se hábitos e representações do ato da alimentação, como parte da identidade cultural do sujeito. Justifica-se este estudo pela necessidade de situar maior interação entre profissionais, estudantes de saúde e pacientes de modo a ampliar a compreensão dos fenômenos que cercam a experiência da doença pelos pacientes. Conclui-se que os pacientes de hepatite C atendidos no ambulatório do Hospital Universitário da cidade de Salvador e o profissional podem atingir os objetivos de aconselhamentos nutricionais, se trilharem direções dialógicas. Com isso, observou-se a adesão à orientação dietética sem rupturas bruscas e sofrimentos dos pacientes.This paper investigates the meanings attributed by patients to hepatitis C on disease and dietary treatment. To this end, we adopt the methodology of qualitative research in which the individual interacts with his narrative on the subject of study and the researchers carefully examine their statements. The meanings of the illness and changes in dietary habits and life of the patients were analyzed by obtaining in

  12. Retinopatia em paciente portador de hepatite C tratado com interferon peguilado e ribavirina: relato de caso Retinopathy in a patient with hepatitis C treated with pegylated interferon and ribavirin: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Pereira de Ávila

    2006-04-01

    Full Text Available O interferon é uma citocina imunomoduladora utilizada no tratamento de diversas doenças, incluindo infecções crônicas pelo vírus da hepatite C. O interferon peguilado é uma nova forma de interferon, desenvolvida para aumentar o tempo de meia-vida da droga. Uma série de efeitos adversos têm sido associados ao uso do interferon, dentre eles a toxicidade ocular com desenvolvimento de retinopatia. As lesões oculares típicas incluem exsudatos algodonosos e hemorragias retinianas no pólo posterior, particularmente em torno do disco óptico. Descrevemos o caso de paciente tratado com associação de interferon peguilado e ribavirina com diminuição da acuidade visual e quadro oftalmológico compatível com retinopatia associada ao interferon. Quatro semanas após a suspensão do interferon, houve melhora da acuidade visual e diminuição importante das alterações retinianas.Interferon is an immunomodulating cytokine used to treat patients with different diseases, such as hepatitis C chronic infection. Pegylated interferon is a new type of interferon, developed to increase the half-life of the drug. Many side effects have been related to its use, including ocular toxicity and retinopathy. The most reported ocular findings are cotton-wool spots and hemorrhages located at the posterior pole and surrounding optic nerve head. We describe one case of pegylated interferon-associated retinopathy with visual loss. The patient had visual acuity improvement four weeks after discontinuation of the medication and the ocular findings became much more subtle.

  13. Proteinograma sérico, com ênfase em proteínas de fase aguda, de bovinos sadios e bovinos portadores de enfermidade aguda de ocorrência natural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    K.M.M.G. Simplício

    2013-10-01

    Full Text Available Nas últimas décadas, as proteínas de fase aguda (PFAs tornaram-se biomarcadores de escolha em medicina humana para identificação e monitoração de doenças. Não há razão para imaginar que tais pesquisas clínicas não sejam igualmente úteis na medicina veterinária. Com o objetivo de verificar a importância das PFAs como biomarcadores de doenças inflamatórias em bovinos, determinou-se o proteinograma sérico, por meio da técnica de eletroforese SDS-PAGE, com interesse especial nas PFAs. Foram utilizados 30 animais, distribuídos em dois grupos: 15 bovinos sadios e 15 bovinos doentes (cinco com mastite estafilocócica, cinco com fotossensibilização e cinco com onfaloflebite. Os animais foram submetidos a colheitas diárias de sangue durante sete dias, enquanto internados no Hospital Veterinário da Unesp, Campus de Jaboticabal. Ceruloplasmina e haptoglobina apresentaram elevação significativa em animais acometidos por mastite, fotossensibilização e onfaloflebite (275,17% e 343,71%; 175,17% e 230,19%; 114,47% e 144,47%, respectivamente. A α1-glicoproteína ácida foi um bom biomarcador apenas em animais com mastite e fotossensibilização, elevando, respectivamente, suas concentrações séricas em 198,14% e 145,89%. Fibrinogênio mostrou-se um indicador confiável apenas em bovinos com mastite, com elevação de 146,5% em relação ao grupo sadio. Ficou clara a diferença na responsividade de distintas PFAs frente a diferentes estímulos inflamatórios. Ceruloplasmina e haptoglobina foram biomarcadores mais sensíveis e, portanto, mais confiáveis entre as PFAs estudadas nessa espécie.

  14. Lesao óssea em leucemias agudas linfoblásticas tipo T e TIPO nao T / nao B

    OpenAIRE

    Martins, Fernando Lopes

    2013-01-01

    Resumo: O AUTOR APRESENTA OS RESULTADOS DO ESTUDO RADIOLÓGICO DE ESQUELETO DE 61 PACIENTES PORTADORES DE LEUCEMIA AGUDA LINFOBLÁSTICA, CORRELACIONANDO A PRESENÇA OU NÃO DE Lesões ÓSSEAS COM A CLASSIFICAÇÃO IMUNOLÓGICA DE LAL TIPO T E TIPO não T / não B

  15. Acute respiratory infections in children Infecções respiratórias agudas em crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Charles Anthony Hart

    2007-03-01

    Full Text Available Acute respiratory infections (ARI are the leading cause of mortality in children under five years of age worldwide and most of these deaths are due to bronchiolitis and pneumonia. Recent evidence from studies using genome detection systems such as polymerase chain reaction or micro-array technology show that, in most cases, these deaths are caused or precipitated by viruses. In this paper, the definitions of upper and lower respiratory tract infections are reviewed. The principal signs of disease severity and the burden of viruses as causes of ARI are described. The prominent role of Respiratory Syncytial Virus is stressed, with data from epidemiological and clinical studies. Other important viral pathogens, such as Human Metapneumovirus, Human coronaviruses and Influenza are examined. The role of newly described viruses, such as bocavirus, is also discussed. The impact of HIV/AIDS in ARI burden and presentation assessed and the weight of Pneumocystis jiroveci and Mycobacterium tuberculosis infections is recognized. It is concluded that there is an urgent need to improve diagnostics, therapeutics and vaccines, as well as macro and micronutrient intake of children of the world, particularly in developing countries.As infecções respiratórias agudas (IRA são as principais causas da40 mortalidade mundial em crianças menores de cinco anos de idade e a maioria dessas mortes são próprias da bronquiolite e pneumonia. Recentes evidências de estudos usando sistemas de detecção no genoma tais como reação em cadeia da polimerase ou tecnologia de microarrays mostram que, na maioria dos casos, essas mortes são causadas ou precipitadas por vírus. Neste artigo, as definições das infecções dos tratos respiratórios superior e inferior são revisadas. Os principais sinais da gravidade da doença e a carga viral como causas da IRA estão descritas. O papel proeminente do vírus sincicial respiratório é enfatizado, com dados de estudos cl

  16. Soroprevalência da hepatite B e avaliação da resposta imunológica à vacinação contra a hepatite B por via intramuscular e intradérmica em profissionais de um laboratório de saúde pública Hepatitis B seroprevalence and evaluation of immune response to hepatitis B vaccination using intramuscular and intradermal routes in public health laboratory employees

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Célia Moreira

    2007-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Determinar a prevalência dos marcadores da hepatite B (HBsAg e anti-HBs e avaliar a resposta à vacinação contra hepatite B por via intradérmica (ID em profissionais de saúde que não responderam à vacinação por via intramuscular (IM. MÉTODO: Todos os funcionários do Instituto Adolfo Lutz (IAL foram convidados a participar do estudo. Amostras de soro foram colhidas no momento da administração da primeira dose de vacina (Engerix® B e o HBsAg e o anti-HBs foram pesquisados, utilizando-se kits comerciais (Laboratórios Abbott®. Aos funcionários que não responderam à vacinação convencional (três doses por via IM foram oferecidas doses de 5µg da mesma vacina por via ID. RESULTADOS: Foram envolvidos nesse estudo 404 funcionários do IAL, dos quais dois (0,5% eram HBsAg e 42 (10,5%, anti-HBs reagentes. Dos 360 voluntários com sorologia negativa, 316 (87,8% receberam três doses de vacina (IM e, desses, 259 colheram soros para avaliação pós-vacinal. Do total, 242 (93,4% apresentaram anticorpos acima de 10 UI/L após completarem o esquema inicial. Foram administradas duas doses de reforço, porém sete funcionários permaneceram sem resposta imunológica. A vacinação intradérmica foi realizada em cinco voluntários, e todos produziram anticorpos após a utilização dessa via de administração. CONCLUSÕES: A prevalência da hepatite B não foi maior nessa população do que na população geral. A vacinação por via intradérmica pode ser uma boa alternativa na imunização de pessoas que não respondem ao esquema convencional.OBJECTIVES: To determine the prevalence of HBsAg and anti-HBs and to evaluate the response of intradermal hepatitis vaccination in healthcare workers non-responsive to previous repeated intramuscular vaccination. MATERIAL AND METHOD: All of the employees from Instituto Adolfo Lutz were invited to participate on this study. Serum samples were obtained and HBsAg and anti-HBs were detected

  17. Cinesioterapia previne ombro doloroso em pacientes hemiplégicos/paréticos na fase sub-aguda do acidente vascular encefálico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Horn Agnes Irna

    2003-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Ombro doloroso é freqüente em pacientes com hemiplegia/hemiparesia (H/P por acidente vascular encefálico (AVE, dificultando a recuperação neuromotora gerando incapacidade funcional. OBJETIVO: Estudar tratamento fisioterapêutico para a prevenção da dor no ombro com H/P em pacientes com AVE na fase sub-aguda, e analisar desfechos secundários (força muscular do ombro acometido e movimentos funcionais ativos básicos. MÉTODO: Estudaram-se 21 pacientes (12 homens, 9 mulheres; idades 26 a 87 anos com H/P. O tratamento fisioterapêutico consistiu de 30 minutos diários de cinesioterapia, desde as 48 horas após o AVE até a alta hospitalar. Os pacientes foram avaliados antes e após o tratamento em relação à presença ou ausência de dor no ombro H/P, à força dos diversos grupos musculares do ombro e quanto aos movimentos funcionais de transferência e manutenção postural básica. RESULTADOS: Nenhum paciente apresentava dor no ombro H/P na alta (p<0,001. A força muscular aumentou significativamente em relação à elevação, protusão, abdução e flexão do ombro (p<0,001. Houve melhora dos movimentos funcionais: decúbito dorsal para lateral, decúbito lateral para sentado e manter-se sentado (p<0,001. CONCLUSÃO: A cinesioterapia na fase aguda do AVE preveniu a dor no ombro H/P e favoreceu a recuperação motora.

  18. Apendicitis Aguda

    OpenAIRE

    Jorge Fallas González

    2012-01-01

    La apendicitis aguda, descrita desde 1886, es la emergencia quirúrgica más común. Tiene su mayor incidencia durante la adultez joven y su menor incidencia en niños y adultos mayores. Su diagnóstico se basa en una historia clínica completa, un examen físico bien orientado y en una adecuada interpretación de los exámenes de laboratorio y gabinete. A pesar de ser una entidad de resolución quirúrgica, su tratamiento engloba diferentes aspectos médicosAcute appendicitis, described since 1886, is t...

  19. Manejo da asma aguda em adultos na sala de emergência: evidências atuais Management of acute asthma in adults in the emergency room: current evidence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo de Tarso Roth Dalcin

    2009-01-01

    Full Text Available Asma é uma doença com uma alta prevalência em nosso meio e ao redor do mundo. Embora novas opções terapêuticas tenham sido recentemente desenvolvidas, parece haver um aumento mundial na sua morbidade e mortalidade. Em muitas instituições, as exacerbações asmáticas ainda se constituem em uma emergência médica muito comum. As evidências têm demonstrado que o manejo da asma aguda na sala de emergência concentra decisões cruciais que podem determinar o desfecho desta situação clínica. Nesta revisão, enfocaremos a avaliação e o tratamento do paciente com asma aguda na sala de emergência, descrevendo uma estratégia apropriada para o seu manejo. Serão consideradas as seguintes etapas: diagnóstico, avaliação da gravidade, tratamento, avaliação das complicações, decisão sobre onde se realizará o tratamento adicional e orientações por ocasião da alta da emergência. Espera-se que estas recomendações contribuam para que o médico clínico tome as decisões apropriadas durante o manejo da asma aguda na sala de emergência.Asthma is a disease with high prevalence in our country and worldwide. Although new therapeutic approaches have been developed recently, there seems to be a global increase in morbidity and mortality from asthma. In many institutions, asthma exacerbation is still a common medical emergency. Clinical evidence demonstrates that management of acute asthma in the emergency room entails crucial decisions that could determine the clinical outcome. In this review, the authors focus on assessment and treatment of patients with acute asthma and outline an appropriate management strategy. Diagnosis, severity assessment, treatment, complications, decision about where additional treatment will take place and orientations on discharge from the emergency will be considered. It is expected that these recommendations will help physicians to make the appropriate decisions about care of acute asthma in the emergency

  20. Prevalência de marcadores do vírus da hepatite B em crianças de 3 a 9 anos em um município da Amazônia brasileira Prevalence of hepatitis B viral markers in children 3 to 9 years old in a town in the Brazilian Amazon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Breder Assis

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência da infecção pelo vírus da hepatite B e identificar as possíveis vias de infecção em crianças de 3 a 9 anos em um município da Amazônia brasileira. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com 487 crianças matriculadas em creches e escolas públicas. Foram obtidos dados acerca de migração, história médica, exposição a fatores de risco clássicos para infecção, aspectos socioeconômicos e hábito de compartilhar a cama ou objetos de uso pessoal. Também foi investigada a presença no domicílio de morador com doença sexualmente transmissível, usuário de drogas injetáveis, dependente de bebida alcoólica, homens que faziam sexo com outro homem e pessoa com múltiplos parceiros sexuais, além de história de icterícia ou hepatite e de transfusão de hemoderivados. Foram obtidas amostras de sangue das crianças para pesquisa de marcadores virais. RESULTADOS: A prevalência de marcadores do vírus da hepatite B foi de 11,1% (54 crianças. Seis crianças (1,2% eram portadoras do HBsAg. Não houve associação entre marcadores virais e condições econômicas, escolaridade dos pais, condições higiênico-sanitárias, número de cômodos do domicílio, história prévia de icterícia ou hepatite, tratamento dentário, acidente com seringas e agulhas, reutilização de agulhas, transfusão de hemoderivados e hábito de compartilhar a cama ou objetos pessoais. Porém, as crianças que tiveram contato com usuário pesado de bebida alcoólica tenderam à maior prevalência de marcadores virais (P= 0,06. Dentre as crianças estudadas, 53 (10,9% haviam sido vacinadas contra a hepatite B, mas nenhuma havia completado o esquema vacinal de três doses. Na regressão logística, as variáveis "história de icterícia materna durante a gravidez," "mais de oito moradores no domicílio" e "profissão da mãe" mostraram associação com maior prevalência de marcadores virais. CONCLUSÃO: A população de

  1. Hepatitis E virus antibodies in swine herds of Mato Grosso state, Central Brazil Vírus da hepatite E em suínos no estado de Mato Grosso, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio R. Guimarães

    2005-09-01

    Full Text Available There is no information about evidence of hepatitis E virus (HEV infection in swines in Central Brazil. In order to assess if HEV circulates in swines of the State of Mato Grosso, Central Brazil, a seroprevalence study was conducted including pigs from 17 farms, corresponding to 13 counties. The animals were randomly chosen among pigs arriving to two slaughterhouses between December 2002 and February 2003. Serum samples were collected and tested for IgG antibodies against HEV (anti-HEV by enzyme immunoassay (EIA. This EIA uses two HEV recombinant proteins as antigens, a mosaic protein (MP-II and a protein containing region 452-617 of the ORF2 of the HEV Burma strain as coating antigens. 211 out of 260 pigs (81.2%; 95CI = 75.7%, 85.6% were anti-HEV reactive. The seropositivity did not vary with gender or age, but ranges from 15% to 100% among the farms. Our results point out that HEV seems to circulate among pigs in Mato Grosso State, suggesting that this virus is spread over the region, as seen in other countries worldwide.A infecção pelo vírus da hepatite E (VHE ainda não foi detectada entre suínos na região central do Brasil. Com o intuito de avaliar se o VHE circula entre suínos no estado de Mato Grosso, um estudo de soroprevalência foi realizado em suínos de 17 propriedades rurais, correspondentes a 13 municípios. Os animais foram escolhidos aleatoriamente em lotes no momento da chegada para abate em dois frigoríficos entre dezembro de 2002 e fevereiro de 2003. Amostras de soro foram coletadas e testadas para a presença de anticorpos de classe IgG contra o VHE (anti-VHE por ensaio imuno-enzimático (EIE. Este EIE foi executado utilizando-se duas proteínas recombinantes como antígenos. Uma proteína mosaico (MP-II e outra proteína contendo a região dos aminoácidos 452 a 617 da ORF2 da cepa Burma do VHE. 211 dos 260 animais examinados eram anti-VHE reativos. A soropositividade não variou com gênero e idade, mas variou entre

  2. Doença de chagas aguda em mulher de 80 anos no México. Relato anatomopatológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Lozano Kasten

    1993-12-01

    Full Text Available Mulher de 80 anos de idade, com doença de Chagas aguda diagnosticada à necrópsia, adquirida, provavelmente, através de triatomíneos no município de Zacoelo de Torres, no Estado de Jalisco, México. Assinala-se a raridade do encontro de casos de doença de Chagas agudo, na faixa etária da paciente. O exame anatomopatológico mostrou comprometimento do coração, esôfago e intestino grosso. Encontrou-se lesões no sistema nervoso autônomo intramural do esôfago e do intestino grosso, sendo estes achados de interesse, por ocorrer em área geográfica onde os megas tem sido pouco relatados.

  3. Síndrome aguda do tórax como primeira manifestação de anemia falciforme em adulto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BOK YOO HUGO HYUNG

    2002-01-01

    Full Text Available A síndrome aguda do tórax (SAT acomete portadores de anemia falciforme e é responsável por cerca de 25% dos óbitos. Relata-se o caso de um homem pardo de 45 anos, alcoolista crônico, sem nenhum antecedente de falcização, com quadro de pneumonia-símile havia sete dias. A radiografia simples do tórax mostrou infiltrado heterogêneo bilateral, com áreas de consolidação e broncograma aéreo e derrame pleural à esquerda. Outros exames laboratoriais revelaram anemia, leucocitose com desvio à esquerda e hipoxemia. Tratado com cefoxitina e amicacina, o paciente evoluiu rapidamente para insuficiência respiratória aguda e morreu 14 horas após a internação. Na necropsia, no exame dos pulmões observaram-se intensa congestão, hemorragia intra-alveolar, dano alveolar difuso e hemácias com morfologia falciforme. O caráter rápido, progressivo e freqüentemente mimetizado por outras doenças torna a SAT um evento dramático e de diagnóstico precoce difícil, sendo, entretanto, obrigatória tê-la sempre em mente, especialmente em um país com grande população da raça negra como o Brasil.

  4. High prevalence of hepatitis C infection among Brazilian hemodialysis patients in Rio de Janeiro: a one-year follow-up study Alta prevalência de infecção pelo virus da hepatite C em pacientes de hemodiálise do Rio de Janeiro: estudo de acompanhamento durante 1 ano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    B. O. M. Vanderborght

    1995-02-01

    Full Text Available Nearly 400 hemodialysis patients treated at 5 different hemodialysis units in Rio de Janeiro were tested for one year for the presence of hepatitis C and B markers. During the same period, samples were also obtained from 35 continuous ambulatory peritoneal dialysis (CAPD patients and from 242 health care workers. Depending on the hemodialysis unit studied, anti-HCV prevalence rates ranging from 47% to 82% (mean 65% were detected. CAPD patients showed a lower prevalence of 17%. The prevalence of antibodies against hepatitis C virus (anti-HCV among health care workers was 2.9%. We observed a hepatitis C attack rate of 11.5% per year in the anti-HCV-negative hemodialysis patient population. An average of 9.4% of the hemodialysis patients were chronic carriers of hepatitis B virus (HBV (range 1.8% - 20.4%, while 48.9% showed markers of previous HBV infection. The HBV attack rate was 4.5% per year (range 0% - 6%. These results indicate an alarming high prevalence of anti-HCV among hemodialysis patients of this studied region.Aproximadamente 400 pacientes de hemodiálise tratados em 5 diferentes unidades no Rio de Janeiro foram acompanhados durante 1 ano para presença de marcadores virais de hepatite B e C. Durante o mesmo período, amostras foram também de 35 pacientes ambulatoriais de diálise peritonial contínua (CAPD e de 242 funcionários das unidades. Dependendo da unidade em estudo foram detectadas prevalências de anti-HCV variando de 47% a 82% (média 65%. Pacientes de CAPD demonstraram uma baixa prevalência de 17%. A prevalência de anti-HCV em funcionários foi de 2.9%. Observamos uma taxa de ataque de hepatite C de 11.5% por ano na população paciente de hemodiálise anti-HCV-negativo. Uma média de 9.4% de pacientes de hemodiálise eram portadores crônicos do vírus da hepatite B (VHB (taxa de 1.8% a 20.4%, enquanto 48.9% apresentaram marcadores de infecção passada de HBV. A taxa de ataque de HBV foi de 4.5% por ano (taxa de 0% a

  5. Método para estimação de prevalência de hepatites B e C crônicas e cirrose hepática - Brasil, 2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Ribeiro de Carvalho

    Full Text Available OBJETIVO: estimar as prevalências nacionais de hepatites virais crônicas e cirrose hepática no Brasil em 2008. MÉTODOS: as estimativas das hepatites B e C basearam-se em inquérito nacional, considerando-se casos crônicos todos os HBsAg (antígeno de superfície de hepatite B positivos e 70% dos anti-HCV (marcador sorológico para hepatite C positivos; sobre dados do inquérito, estimou-se a prevalência de cirrose viral; complementarmente, calculou-se a prevalência da cirrose por álcool. RESULTADOS: as prevalências nacionais de hepatites B e C crônicas foram de 370/100 mil e 959/100 mil habitantes, respectivamente; a cirrose apresentou prevalência de 0,35% no país, com 151/100 mil hab. para hepatite C, 17/100 mil hab. para hepatite B e 182/100 mil hab. para álcool e outras causas. CONCLUSÃO: tais prevalências, embora compatíveis com baixa endemicidade, destacam as hepatites virais e a cirrose como relevantes problemas de saúde no país; estudos de base populacional contribuiriam no refinamento das estimativas apresentadas.

  6. Recurrência da Hepatite C após transplante hepático de doador vivo e falecido Hepatitis C recurrence after living donor and cadaveric liver transplantation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio Cezar Uili Coelho

    2009-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a recurrência da hepatite C em pacientes submetidos a transplante hepático de doador vivo comparados com os submetidos a transplante hepático de doador falecido. MÉTODOS: Do total de 333 transplantes hepáticos, 279 (83,8% eram de doador falecido e 54 (16,2% de doador vivo. Hepatopatia crônica pelo vírus da hepatite C foi a indicação mais comum tanto de transplante hepático de doador falecido (82 pacientes como de doador vivo (19 pacientes. O protocolo de estudo eletrônico de todos pacientes com hepatopatia crônica pelo vírus da hepatite C foi avaliado. Os dados coletados foram analisados estatisticamente conforme a idade, sexo, resultado dos exames laboratoriais, recidiva do vírus da hepatite C e rejeição aguda. RESULTADOS: O total de 55 transplantes hepáticos de doador falecido e 10 de doador vivo realizados em pacientes com cirrose hepática pelo vírus da hepatite C, foi incluído no estudo. As características clínicas e laboratoriais pré-transplante dos dois grupos foram similares, exceto o tempo de atividade de protrombina que foi maior no grupo de transplante hepático de doador falecido do que no de doador vivo (P = 0,04. A recidiva da hepatite C foi similar nos grupos de transplante hepático de doador falecido (n = 37; 69,3% e de doador vivo (n = 7; 70% (P = 0,8. A incidência de rejeição aguda foi igual no grupo de transplante hepático de doador falecido (n = 27; 49% e no grupo de doador vivo (n = 2; 20% (P = 0,08. A recurrência do vírus da hepatite C nos pacientes do grupo de transplante hepático de doador falecido que receberam pulsoterapia (9 de 11 pacientes foi similar aos demais pacientes (28 de 44 pacientes (P = 0,25. A recurrência também foi similar nos pacientes do grupo de transplante hepático de doador vivo que receberam pulsoterapia (1 de 1 paciente em relação aos que não receberam (6 de 9 pacientes (P = 0,7. CONCLUSÕES: A recurrência do vírus da hepatite C é similar

  7. O uso do Aloe sp (aloe vera em feridas agudas e crônicas: revisão integrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucélia Terra Chini

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivos: buscar evidencias disponibles en la literatura acerca del uso de Aloe sp (sábila en la cicatrización de heridas agudas y crónicas. Materiales y método: se trata de una revisión integradora realizada en las bases de datos LILACS, PubMed y Scopus, en el periodo de febrero a marzo del 2015. La búsqueda resultó en 178 publicaciones. Resultados: siete estudios constituyeron la revisión, los cuales involucraron personas con heridas de cesárea, heridas de episiotomía, quemaduras, área donadora de injerto, heridas posthemorroidectomía y heridas fisuarias anales crónicas. Se evidenció que la sábila promueve la cicatrización de heridas, además de disminuir el dolor en fisuras anales crónicas y quemaduras. Conclusiones: la sábila representa una nueva terapéutica en el tratamiento de heridas; sin embargo, las evidencias disponibles sobre su eficacia y seguridad son ineficientes para legitimar su uso en la cicatrización de heridas agudas y crónicas; por lo tanto, no se pueden generalizar.

  8. Lesão renal aguda em crianças: incidência e fatores prognósticos em pacientes gravemente enfermos Acute kidney injury in children: incidence and prognostic factors in critical ill patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kenia Machado Souza Freire

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Lesão renal aguda caracteriza-se pela redução súbita e, em geral, reversível da função renal com perda da capacidade de manutenção da homeostase do organismo. Em pediatria, as principais causas de lesão renal aguda são sepse, uso de drogas nefrotóxicas e isquemia renal nos pacientes criticamente enfermos. Nesses pacientes, a incidência de lesão renal aguda varia de 20 a 30%, resultando em aumento da taxa de morbi-mortalidade de 40 a 90%. Este estudo tem como objetivo avaliar a incidência de lesão renal aguda nos pacientes internados em unidade de terapia intensiva, classificar a gravidade da lesão renal aguda de acordo com o Pediatric Risk, Injury, Failure, Loss, End-Stage (pRIFLE, analisar a relação entre lesão renal aguda e a gravidade através do Pediatric Index of Mortality (PIM e estudar os fatores prognósticos associados. MÉTODOS: Realizou-se um estudo prospectivo entre julho de 2008 a janeiro de 2009 dos pacientes internados na unidade de terapia intensiva pediátrica do Hospital Infantil Joana de Gusmão - Florianópolis (SC - Brasil. Todos os pacientes foram analisados diariamente através do débito urinário e creatinina sérica e classificados de acordo com pRIFLE. RESULTADOS: No período de acompanhamento foram internadas 235 crianças. A incidência de lesão renal aguda foi de 30,6%, sendo que o pRIFLE máximo durante a internação foi de 12,1% para R, 12,1% para I e 6,4% para F. A taxa de mortalidade foi de 12,3%. Os pacientes que evoluíram com lesão renal aguda apresentaram risco dez vezes maior de óbito em relação aos não expostos. CONCLUSÃO: Lesão renal aguda é uma entidade comum nos pacientes críticos. O diagnóstico precoce a e instituição imediata de medidas terapêuticas adequadas a cada situação clínica podem alterar o curso e a gravidade do envolvimento renal reduzindo a morbi-mortalidade do paciente.OBJECTIVES: Acute kidney injury is characterized by sudden and generally

  9. Influência da infecção pregressa pelo vírus da hepatite B na fibrose hepática em portadores de hepatite C crônica: avaliação retrospectiva de uma série de casos Influence of previous hepatitis B virus infection on liver fibrosis in patients with chronic hepatitis C: a retrospective case series evaluation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gaspar Lisboa Neto

    2010-08-01

    Full Text Available INTRODUCÃO: A hepatite C é uma das principais causas de doença hepática em todo mundo. Apresenta um curso evolutivo dinâmico e influenciável por diversos co-fatores. Dentre eles, a infecção pregressa pelo vírus B (anti-HBcAg [+] e HBsAg [-] tem se associado a pior prognóstico histológico e terapêutico. Este trabalho teve como objetivo analisar a associação entre a infecção pregressa pelo vírus B e fibrose hepática em portadores de hepatite C crônica, de maneira independente. MÉTODOS: Foram revistos retrospectivamente prontuários médicos de pacientes infectados cronicamente pelo vírus C, atendidos consecutivamente durante um ano no ambulatório de Doenças Infecciosas e Parasitárias - HC FMUSP, quanto aos dados epidemiológicos, clínicos, laboratoriais e histológicos. A análise de independência do impacto da infecção pregressa pelo vírus B foi realizada através de modelo estatístico de regressão logística multivariado, considerando a detecção do anti-HBcAg como variável de exposição, sendo o desfecho a alteração estrutural histopatológica graus 3 e 4 (septos com formação de nódulos e cirrose.0 RESULTADOS: 145 indivíduos foram avaliados pelo estudo, 47.2% com anti-HBcAg (+. O fator de risco mais comumente relatado foi transfusão de sangue e hemoderivados (35,9%. Embora necrose em saca-bocado tenha sido encontrada com maior frequência no grupo de infecção pregressa, a sorologia anti-HBcAg (+ não se associou à fibrose hepática avançada. CONCLUSÕES: A infecção pregressa pelo vírus B não parece acentuar a lesão estrutural desencadeada pela hepatite C crônica, após controle estatístico para outros co-fatores sabidamente capazes de influenciar a história natural desta infecção.INTRODUCTION: Hepatitis C is a major cause of liver disease worldwide. Its evolutionary course is dynamics and may be influenced by several cofactors. Among them, previous hepatitis B virus infection (anti

  10. Intoxicação experimental aguda por Senecio brasiliensis em ovinos e indução de resistência à intoxicação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiane B. Grecco

    2012-09-01

    Full Text Available Ovinos são mais resistentes à intoxicação por Senecio spp. que bovinos e equinos. Para determinar se essa resistência é induzida pela ingestão de pequenas e repetidas doses da planta e se essa resistência é duradoura, foram realizados três experimentos com folhas e talos verdes de Senecio brasilienses. Para determinar a dose mínima que causa intoxicação aguda (experimento 1, foram administradas doses únicas de 60, 80, 90, 100 e 100g/kg de peso corporal (pc a cinco ovinos, respectivamente. Os animais que receberam 60 e 80 g/kg de pc de S. brasiliensis não adoeceram, porém o ovino que recebeu 80g/kg de pc apresentava fibrose e megalocitose discretas nas biópsias realizadas aos 90, 120 e 150 dias do término da administração da planta. Os ovinos que receberam 90 e 100g/kg de pc apresentaram anorexia, prostração, movimentos de pedalagem, dor abdominal e morte 12-48 horas após o aparecimento dos sinais clínicos. Na necropsia havia ascite, petéquias disseminadas e acentuação do padrão lobular hepático. Histologicamente havia necrose hemorrágica centro-lobular. No Experimento 2 a dose capaz de causar a intoxicação aguda foi fracionada e administrada em duas, cinco e 10 doses diárias para 3 ovinos, respectivamente. A dose tóxica fracionada não provocou sinais clínicos de intoxicação em nenhum dos ovinos, porém havia fibrose periportal e megalocitose moderadas nas biopsias realizadas aos 60 dias do término da administração da planta, as quais não evoluíram. O ovino que recebeu a dose fracionada em 10 administrações não apresentou lesões histológicas nas biópsias. Para determinar se os ovinos tornam-se resistentes à forma aguda da intoxicação (experimento 3, foram administradas doses diárias de 15g/kg de pc por 30 dias e 30g/kg de pc por 10 dias a quatro ovinos. No dia seguinte à última administração dois ovinos receberam a dose única de 100g/kg de pc de S. brasiliensis, mas não adoeceram nem

  11. Uncária tomentosa e a lesão renal aguda isquêmica em ratos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Fernandes Vattimo

    2011-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito renoprotetor do fitoterápico Uncaria tomentosa sobre a lesão renal aguda isquêmica induzida pelo clampeamento dos pedículos renais de ratos. A hipóxia e a hipoperfusão geradas com a isquemia intensificam a produção de espécies reativas já presentes no processo inflamatório. Os resultados mostraram que a função renal avaliada pelo clearance de creatinina, a excreção de peróxidos urinários (FOX e a excreção urinária de malondealdeído (TBARS desses animais apresentou renoproteção induzida pela UT, provavelmente relacionada às suas atividades antioxidantes.

  12. Forma atípica de tireoidite supurativa aguda em paciente pediátrico: relato de caso

    OpenAIRE

    Torres, Maria Rosineide dos S.; Medeiros, Carla C. M.; Nóbrega Neto, Sebastião Horácio; Souza, Lincoln S.; Rodrigues, Mônica L. C.; Silva, Maria Nelice M.; Maior, Lyzandra de H. C. S.; Avelino, Márcia C.; Mourão, Germana T. F.

    2008-01-01

    A tireoidite aguda é uma doença rara. Na infância associa-se principalmente a anormalidades congênitas com acometimento do lobo esquerdo. Na ausência de tireoidopatia preexistente, a função tireoidiana geralmente está normal. Relatamos um caso de uma menina, 6 anos de idade, com tumoração associada a sinais flogísticos na região cervical anterior há 15 dias acompanhada de leucocitose com desvio à esquerda, VSH e TSH elevados. Não havia história prévia de tireoidopatia. A ultra-sonografia da r...

  13. Fatores preditivos da evolução da asma aguda em crianças Factors predictive of the development of acute asthma attacks in children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Luisa Zocal Paro

    2005-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores preditivos da evolução da asma aguda, a partir de características clínicas e funcionais observadas no momento da admissão de crianças em unidade de emergência. MÉTODOS: Este estudo avaliou prospectivamente 130 crianças com asma aguda, na faixa etária de um a treze anos, no momento da admissão e durante a evolução em unidade de emergência, através de escore clínico e medidas de saturação arterial de oxigênio por oximetria de pulso e do pico de fluxo expiratório. RESULTADOS: Os valores iniciais de escore clínico, saturação arterial de oxigênio medida por oximetria de pulso e pico de fluxo expiratório apresentaram correlação com o número de inalações realizadas e a necessidade do uso de corticosteróide. As médias dos valores iniciais de escore clínico e da saturação arterial de oxigênio dos pacientes que foram internados foram estatisticamente diferentes das dos que não foram internados. Os valores iniciais de escore clínico e de saturação arterial de O2 e a existência de atendimento anterior pela mesma exacerbação foram preditivos da necessidade de hospitalização das crianças. CONCLUSÕES: A medida da saturação arterial de O2 e o escore clínico foram úteis para predizer a evolução da asma aguda em crianças. A medida do pico de fluxo expiratório é de difícil obtenção e interpretação nessa condição e demonstrou ter pouca aplicação prática.OBJECTIVE: To use clinical and functional characteristics observed upon admission to an emergency room to identify factors predictive of the occurrence and course of acute asthma attacks in children. METHODS: We prospectively studied 130 asthmatic children, from 1 to 13 years of age, who were treated for acute asthma attacks in an emergency room, evaluating status determined at admission and over the course of the crisis. Clinical scores were determined and arterial oxygen saturation by pulse oximetry was measured, as was

  14. Identificação de ponto de corte no nível sérico da alanina aminotransferase para rastreamento da hepatite C em pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise Identification of the cutoff value for serum alanine aminotransferase in hepatitis C screening of patients with chronic renal failure on hemodialysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ericson Cavalcanti Gouveia

    2004-02-01

    Full Text Available Pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise apresentam níveis séricos mais baixos de alanina aminotransferase. Para estabelecer melhor ponto de corte nos níveis de ALT, no diagnóstico da hepatite C, avaliaram-se mensalmente, durante 6 meses os níveis desta enzima em 235 pacientes em hemodiálise, sendo excluídos aqueles que apresentassem média acima do limite superior da normalidade. O ponto de corte foi identificado através da construção de curva ROC. Entre 202 pacientes, 15 (7,4% apresentavam anti-VHC positivo e 187 (92,6% negativo, com média de ALT de 0,7 e de 0,5 do limite superior (p The patients with chronic renal failure in hemodialysis present low levels of serum alanine aminotransferases. In order to establish a better cutoff value for ALT in hepatitis C screening of hemodialysis patients, the ALT levels were measured monthly in 235 patients, being excluded those that presented average above the upper limit of normality. The cutoff value was identified by construction of a ROC curve (receiver operating characteristic. Among 202 patients, 15 (7.4% presented antibodies to hepatitis C virus (anti-HCV and 187 (92.6% were anti-HCV negative , with an ALT average of 0.7 and of 0.5 from ULN (p <0.0001, respectively. The better cutoff value for ALT was at 0.6 from ULN, with sensitivity of 67% and specificity of 75% in anti-HCV screening. These results suggest that ULN of ALT could be reduced for 60% from conventional limit, when we are evaluating patients with CRF in hemodialysis.

  15. Circunferência abdominal como preditor de evolução em 30 dias na síndrome coronariana aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscilla Azambuja Lopes de Souza

    2011-05-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A circunferência abdominal (CA é a medida que mais se correlaciona com os fatores de risco e morte por doença cardiovascular. Entretanto, o impacto da obesidade no prognóstico de pacientes com doenças cardiovasculares permanece controverso e requer maiores esclarecimentos. OBJETIVO: Avaliar a CA como preditor de evolução em 30 dias em pacientes que internaram com síndrome coronariana aguda (SCA, em hospital de referência no tratamento de doenças cardiovasculares. MÉTODOS: Coorte contemporânea com 267 pacientes que internaram por SCA e que foram seguidos por 30 dias após a alta levando em consideração os eventos cardiovasculares maiores - MACE - (óbito, reinfarto, reinternação para procedimentos de revascularização. Nas primeiras 24 horas da admissão, os pacientes responderam a um questionário e posteriormente tiveram a CA mensurada. A análise estatística foi realizada com SPSS 17.0, utilizando o teste do Qui-quadrado para variáveis categóricas e o teste t de Student para as variáveis numéricas, com o nível de significância de p < 0,05. As variáveis que apresentaram valores de p < 0,10, na análise bivariada, foram incluídas em um modelo de regressão logística para avaliar o papel da CA como preditor independente de MACE. RESULTADOS: Após análise multivariável, apenas o gênero feminino (RC = 8,86; 95% IC:4,55-17,10; p < 0,00, hipertensão arterial sistêmica (RC = 2,06; 95% IC:1,10-3,87; p = 0,02 e história familiar de cardiopatia isquêmica (RC = 2,10; 95% IC:1,17-3,74; p = 0,01 permaneceram associados com os MACE. CONCLUSÃO: Em nosso estudo, a CA alterada não se associou à maior incidência de MACE em 30 dias de seguimento.

  16. Hepatites pós-transfusionais na cidade de Campinas, SP, Brasil: II. Presença dos anticorpos anti-HBc e anti-HCV em candidatos a doadores de sangue e ocorrência de hepatites pós-transfusionais pelo vírus C nos receptores de sangue ou derivados Post-transfusional hepatitis in the city of Campinas, SP, Brazil: II- Presence of anti-HBc and anti-HCV antibodies in blood donors and occurrence of post-transfusional hepatitis C virus in recipients of blood or derivates

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Lopes Gonçales Júnior

    1993-02-01

    Full Text Available Pesquisamos os anticorpos anti-HBc e anti-HCV em amostras de soros provenientes de 799 candidatos a doadores, que tiveram suas unidades de sangue ou derivados transfundidas a 111 receptores. O anti-HBc e o anti-HCV foram reagentes, em respectivamente 9 e 2,1% dos doadores testados. Observamos que entre os 111 receptores, 44 haviam recebido pelo menos uma unidade anti-HBc positiva e 67 haviam sido transfundidos somente com unidades anti-HBc negativas. Houve um risco 4,5 vezes maior de aquisição de hepatite por vírus C pelos receptores que receberam pelo menos uma unidade anti-HBc positiva Se a pesquisa do anti-HBc fosse realizada na triagem sorológica dos doadores de sangue, cerca de 56% dos casos de HVC nos receptores saiam evitados. A população de receptores que recebeu pelo menos uma unidade anti-HCV reagente, apresentou um risco 29 vezes maior de adquirir esta hepatite, quando comparada aos receptores transfundidos com todas as unidades anti-HCV negativas. A realização do teste para a pesquisa do anti-HCV na triagem dos doadores de sangue, preveniria 79% dos casos de HVC pós-transfusionais. Os candidatos a doadores brasileiros parecem ser acometidos simultânea ou sequencialmente, pelos vírus B e C das hepatites, pois, 44,4% dos doadores anti-HCV positivos, também foram anti-HBc positivos. A realização dos testes para as pesquisas dos anticorpos anti-HBc e anti-HCV, nas triagens hemoterápicas, está indicada para prevenir a transmissão de hepatites pós-transfusionais, em nosso meio.We have analysed anti-HBc and anti-HCV antibodies in serum samples from 799 donors which had their blood or derivates transfused to 111 recipients. Anti-HBc and anti-HCV were reactive in respectively 9 and 2.1% of the donors tested. We have observed that among the 111 recipients, 44 had received at least one positive anti-HBc unit and 67 had been transfused only with negative anti-HBc, units. The risk of developing hepatitis C virus was 4.5 times

  17. Budesonida inalatória em crianças com asma aguda Nebulized budesonide to treat acute asthma in children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geórgia K. M. Milani

    2004-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a eficácia de budesonida na forma de suspensão, em dose única para inalação, como tratamento adjunto ao b2 inalatório, comparada com dose única de prednisona por via oral, em pacientes com crise aguda de asma. MÉTODO: Estudo prospectivo, randômico, paralelo, duplo-cego, duplo-placebo. Foram selecionadas 49 crianças, com idade entre 2 e 7 anos, em crise aguda de asma, que, após inalação com salbutamol (0,15 mg/kg, foram divididas em três grupos. O grupo I foi tratado com placebo via oral e inalatório; o grupo II, com prednisona via oral (1 mg/kg e placebo inalatório; e o grupo III, budesonida inalatória (2 mg e placebo via oral. As avaliações foram realizadas pela aplicação de um escore clínico e medida da saturação transcutânea da hemoglobina, seqüencialmente até 72 horas. Caso o escore clínico fosse igual ou superior ao da avaliação inicial, e a saturação inferior à primeira avaliação, a inalação com b2 adrenérgico era repetida. RESULTADOS: A melhora do escore clínico foi progressiva a partir de 30 minutos, e não houve diferença significativa nos três grupos estudados. Ocorreu aumento significativo da saturação da hemoglobina em relação ao valor inicial, com 2 horas no grupo prednisona, 4 horas no grupo budesonida e 24 horas no grupo placebo. CONCLUSÃO: O número de inalações com broncodilatador foi semelhante nos três grupos, com uma média de 2,9 no grupo placebo; 2,7 no grupo prednisona; e 2,5 no grupo budesonida. Em geral, as drogas estudadas foram bem toleradas, com efeitos colaterais semelhantes ao placebo. A administração de dose única de budesonida inalatória associada ao salbutamol, na crise moderada de asma, promoveu melhora clínica comparável à da prednisona oral. A recuperação da saturação transcutânea da hemoglobina foi mais rápida com prednisona.OBJECTIVE: To investigate the efficacy of a single dose of inhaled budesonide as compared to oral

  18. Análise em longo prazo na síndrome coronariana aguda: existem diferenças na morbimortalidade?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adolfo Alexandre Farah de Aguiar

    Full Text Available FUNDAMENTO: A insuficiência cardíaca (IC tem grande importância como preditor de morbimortalidade em pacientes com síndrome coronariana aguda (SCA. OBJETIVO: Avaliar os preditores de morbimortalidade na SCA em longo prazo. MÉTODOS: Foi um estudo de coorte de 403 pacientes consecutivos com queixas de dor torácica. Descreveram-se dados demográficos, clínicos, laboratoriais e terapêuticos, sendo avaliados durante a internação e até oito anos após alta, em relação à presença ou ausência de eventos cardiovasculares e óbitos. RESULTADOS: Foram 403 pacientes com queixas de dor torácica, em que 65,8% apresentavam diagnóstico de SCA sem supra de ST, 27,8% SCA com supra de ST e 6,5% sem SCA. Destes, foram avaliados os 377 pacientes com SCA, em que 37,9% eram do sexo feminino, e a média de idade foi de 62,2 ± 11,6 anos. A presença de IC antes ou durante a hospitalização influenciou a mortalidade. Dos fatores prognósticos, a creatinina inicial merece destaque, sendo o ponto de corte de 1,4 mg/dl (acurácia = 62,1%; HR = 3,27; p < 0,001. Notamos pior prognóstico para cada acréscimo de dez anos de idade (HR = 1,37; p < 0,001 e para cada incremento de 10 bpm na frequência cardíaca (HR = 1,22 p < 0,001. Quanto às terapias utilizadas antes e após 2002, houve aumento de uso de betabloqueadores, inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECAs, estatinas e antiplaquetários, tendo impacto na mortalidade. CONCLUSÃO: Presença de IC admissional, creatinina, idade e FC foram preditores independentes de mortalidade. Observou-se que pacientes com IC atendidos antes de 2002 apresentaram pior sobrevida em relação aos atendidos após 2002 e que a mudança na terapia foi a responsável por isso.

  19. RESPOSTAS AGUDAS DO EXERCÍCIO FÍSICO EM PESSOAS INFECTADAS PELO HIV: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Pereira Melo

    Full Text Available RESUMO O treinamento físico é uma estratégia importante para a saúde de pessoas que vivem com HIV/AIDS; contudo, suas respostas a curto prazo ainda não foram amplamente estudadas, o que limita o entendimento dos efeitos e da segurança da prescrição do treinamento para essa população. Portanto, objetivou-se revisar sistematicamente as respostas agudas decorrentes do exercício físico em pessoas com HIV sobre variáveis fisiológicas e imunológicas. Para isso, foi realizada uma revisão sistemática a partir de trabalhos indexados nas seguintes bases de dados: Medline, Lilacs, Scielo, Web of Science e Science Direct. Os descritores utilizados foram: acquired immunodeficiency syndrome, HIV, AIDS, seropositive, acute session, short, physical activity, exercise, training. As buscas foram realizadas em fevereiro de 2015 e atualizadas em dezembro de 2015 e foram conduzidas sem restrição de datas de publicação ou idioma específico. Foram incluídos para esta revisão artigos que avaliaram as respostas agudas decorrentes de algum modelo de prescrição de treinamento físico envolvendo exercícios aeróbicos, com pesos ou combinados (exercícios aeróbicos e com pesos relacionados com variáveis fisiológicas e imunológicas em pessoas infectadas pelo HIV. Foram encontrados 2.422 títulos, dos quais, após exclusão das duplicatas e a aplicação dos critérios de elegibilidade, foram selecionados sete artigos para síntese qualitativa. De acordo com os resultados reportados pelos estudos há evidências de que, imediatamente após a realização do exercício físico, ocorre um aumento do número de células circulantes, incluindo leucócitos totais, neutrófilos, monócitos e linfócitos T CD8+ em pessoas infectadas pelo HIV. Além disso, também se observaram alterações significantes nas concentrações de lactato, triglicerídeos, epinefrina e norepinefrina imediatamente após a realização do treinamento aer

  20. Intoxicação experimental aguda por samambaia (Pteridium aquilinum em bovinos Experimental acute poisoning by bracken fern (Pteridium aquilinum in cattle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno L. Anjos

    2009-09-01

    Full Text Available Este experimento foi delineado para investigar os seguintes pontos em relação à intoxicação aguda por samambaia (Pteridium aquilinum em bovinos: 1 a intensidade da trombocitopenia em diferentes momentos da intoxicação e sua relação com possíveis déficits na hemostasia secundária, 2 a relação da neutropenia com as manifestações morfológicas de septicemia ocasionalmente observadas na necropsia, e 3 o mecanismo da anemia e sua relação com a perda de sangue, a vida média eritróide e a evolução da doença. As hastes superiores mais verdes de P. aquilinum foram administradas a quatro bovinos sem raça definida, com idade média de 1,5 ano e pesos entre 190-215 kg. Um bovino de idade e peso semelhantes foi usado como controle e, exceto por não ter recebido P. aquilinum, foi mantido nas mesmas condições que os outros quatro. Os quatro bovinos que receberam a planta morreram com quadro característico da intoxicação aguda por samambaia após receberem durante 53-58 dias, doses diárias de 8,0, 8,6, 10,2 e 10,6g/kg de peso corporal, que totalizaram, ao final do experimento, respectivamente, 112,7, 107,6, 85,7, 90,15 kg da planta, o que corresponde, respectivamente, a 59,3%, 63,3%, 47,4%, 47,5% da planta em relação ao peso dos bovinos. A doença caracterizou-se por febre de até 42,5°C e diversos graus de hemorragias observadas clinicamente, na necropsia e na histopatologia. A morte ocorria 6-7 dias após o início do quadro febril. As alterações hematológicas revelaram trombocitopenia e neutropenia acentuadas. Em dois dos quatro bovinos havia anemia leve. Não houve variações significativas nos tempos de coagulação dos bovinos intoxicados, quando avaliados os fatores de coagulação (secundária, excluindo-se assim a possibilidade da participação de distúrbios da hemostasia secundária na patogênese das hemorragias nessa intoxicação. A determinação dos produtos da degradação da fibrina no soro revelou dados

  1. Doença de chagas aguda em mulher de 80 anos no México. Relato anatomopatológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Lozano Kasten

    1993-12-01

    Full Text Available Mulher de 80 anos de idade, com doença de Chagas aguda diagnosticada à necrópsia, adquirida, provavelmente, através de triatomíneos no município de Zacoelo de Torres, no Estado de Jalisco, México. Assinala-se a raridade do encontro de casos de doença de Chagas agudo, na faixa etária da paciente. O exame anatomopatológico mostrou comprometimento do coração, esôfago e intestino grosso. Encontrou-se lesões no sistema nervoso autônomo intramural do esôfago e do intestino grosso, sendo estes achados de interesse, por ocorrer em área geográfica onde os megas tem sido pouco relatados.A case of acute Chagas' disease, diagnosed by necropsy, in a 80-year-old woman, is reported. lt is assumed that infection was acquired through triatomine bite in Zacoelo de Torres, Jalisco State, Mexico. There were lesions due to american trypanosomiasis in the heart, esophagus and bowel. Autonomic nervous lesions were detected in the esophagus and bowel. lt is emphasized the importance of these findings in an area where few cases of megas were reported

  2. Fatores de risco para internação por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade

    OpenAIRE

    Macedo,Silvia Elaine Cardozo; Menezes,Ana Maria Baptista; Albernaz,Elaine; Post,Paulo; Knorst,Marli

    2007-01-01

    OBJETIVO: Avaliar fatores de risco para hospitalização por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade. MÉTODOS: Estudo de casos e controles na cidade de Pelotas, RS. Os casos foram crianças de até um ano de idade, que se hospitalizaram por doença respiratória aguda, de agosto de 1997 a julho de 1998. Os controles foram crianças da comunidade, da mesma idade, sem hospitalização prévia por essa doença. Um questionário investigando exposição a fatores de risco foi aplicado às mães...

  3. Estado nutricional como fator prognóstico em crianças portadoras de Leucemia Linfocítica Aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Borim Leila N. B.

    2000-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de conhecer a frequência de desnutrição proteico-calórica ao diagnóstico e avaliar a sua importância na evolução clínica de crianças portadoras de Leucemia Linfocítica Aguda, com idades inferiores a quinze anos, estudamos trinta e oito crianças com Leucemia Linfocítica Aguda e sem tratamento prévio, atendidas no Hospital de Base de São José do Rio Preto-SP, no período de Setembro/89 a Dezembro/97. Entre as crianças, 63,2% eram do sexo masculino e 36,8% do sexo feminino (1,7:1,0, a faixa etária predominante foi de cinco a nove anos (44,8%, seguida daquela entre um e quatro anos (36,8%, superscript three 10 anos (10,5% e menores de um ano (7,9%. Ao diagnóstico, 52,7% eram eutróficos e 47,3% desnutridos (escore Z. Os índices nutricionais avaliados foram peso/estatura, estatura/idade e peso/idade e 21%, 34,2% e 31,5% deles, respectivamente, estavam abaixo da normalidade. Foi observada uma alta frequência de desnutrição ao diagnóstico. Porém, na avaliação do estado nutricional, entre os pacientes vivos e não-vivos, a presença de desnutrição não foi estatisticamente significativa. Este estudo reforçou a evidência da necessidade de estabelecer uma rotina de avaliação nutricional ao diagnóstico, bem como, a presença de um profissional especializado em nutrição, numa unidade de oncologia pediátrica.

  4. Distonia aguda relacionada ao uso de bromoprida em pacientes pediátricos Acute dystonia after use of bromopride in pediatric patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Roseli Barreira

    2009-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever dois casos de distonia aguda após uso de bromoprida em crianças e realizar revisão da literatura em relação aos mecanismos fisiopatológicos de indução de liberação extrapiramidal, sua sintomatologia e tratamento. DESCRIÇÃO DO CASO: Caso 1: adolescente de 13 anos com quadro de dor e hipertonia cervical associados a febre, náuseas e vômitos, com hipótese inicial de meningite. A investigação subsequente revelou que o quadro iniciou-se após ingestão de uma única dose de bromoprida. O paciente apresentou boa resposta ao tratamento com difenidramina, sem necessidade de coleta de líquor. Caso 2: Lactente de seis meses que desenvolveu sintomas graves de liberação extrapiramidal relacionados à superdosagem de bromoprida, com reversão rápida dos sintomas após administração de biperideno. COMETÁRIOS: Este é o primeiro relato de distonia aguda após uso de bromoprida em crianças. Embora muito utilizada no Brasil como agente pró-cinético e antiemético, nenhum estudo clínico até o momento demonstrou melhor perfil de segurança da bromoprida em relação aos demais antieméticos antagonistas da dopamina. Até que tais estudos sejam realizados, sugere-se cautela na prescrição de bromoprida. Medidas não-farmacológicas devem ser recomendadas no tratamento de vômitos e da doença do refluxo gastresofágico. Quando o tratamento farmacológico for indispensável, deve-se dar preferência a drogas com perfil de segurança mais bem estabelecido.OBJECTIVE: To report the case of two patients with acute dystonia induced by bromopride in children, followed by a review of the mechanisms of induction of movement disorders by antidopaminergic anti-emetic drugs, its clinical symptoms and treatment. CASE DESCRIPTION: Case 1: a 13 years old teenager who developed acute hypertonia and neck pain associated to fever and vomiting, suggestive of meningitis. Further investigation revealed that symptoms were associated with

  5. Apendicite aguda isquêmica em coelhos: novo modelo com estudo histopatológico Acute ischaemic appendicitis in rabbits: new model with histopathological study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Costa Nunes

    2005-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a isquemia parcial ou total, através da ligadura com fio inabsorvível dos vasos do mesoapêndice do apêndice vermiforme de coelhos, bem como a obstrução mecânica, através da ligadura com fio inabsorvível da base do apêndice vermiforme, a 1 cm do ceco. Avaliar a histologia do apêndice ( normal e acometido . Estudar a flora bacteriana residente no apêndice vermiforme ( normal e acometido e do exsudato peritoneal. MÉTODOS: Foram utilizados 72 coelhos ( "Oryctogalus cuniculos" , machos da linhagem Nova Zelândia, com peso médio de 3,000 gramas. Foram divididos em grupos: piloto ( A , flora bacteriana ( B , controle ( H e experimento ( C, D, E, F e G com períodos de observação de 96 horas e 192 horas. Fez-se a ligadura dos vasos do mesoapêndice, com fio inabsorvível nos grupos ( D, E, F e G e da base do apêndice vermiforme a 1 cm do ceco, no grupo ( C . No grupo experimento (D,E,F e G foi praticado o modelo isquêmico. No grupo experimento ( C foi realizada a obstrução mecânica e no grupo controle ( H foi feita somente a simulação da cirurgia. RESULTADOS: No grupo controle ( H , não ocorreu apendicite aguda. No grupo experimento ( C,D,E,F, e G ocorreu apendicite aguda. CONCLUSÃO: O procedimento utilizado causa apendicite aguda com alterações anatomopatológicas distintas. A bactéria residente encontrada na flora fisiológica do suco entérico do apêndice vermiforme e no exsudato peritoneal foi a Escherichia coli.PURPOSE: To evaluate partial or total ischemia, through ligature with an unabsorbed thread of vessels from the vermiform appendix of rabbits, as well as the mechanical obstruction, through ligature with an unabsorbed thread at the basis of the vermiform appendix, at 1 cm from the cecum, of the acute appendicitis disease. To evaluate the histology of the appendix ( normal and affected . To study the bacterium flora resident in the vermiform appendix (normal and affected and the exudates

  6. Doença hepática aguda e edema palpebral persistente associados à mononucleose infecciosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Ayres de A. Scattolin

    2007-05-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objetivo relatar e discutir o caso clínico de um paciente portador de mononucleose infecciosa, tendo como manifestação inicial edema palpebral seguido de hepatopatia aguda e icterícia. Descrição - J.F.G.F., masculino, cinco anos, com histórico de sete dias de edema bipalpebral, conjuntivas hiperemiadas, cansaço, anorexia, febre moderada, vômitos e dor abdominal em hipocôndrio direito. Há um dia passou a apresentar icterícia, urina escura, exantema urticariforme, febre de 39,5ºC e diarréia, tendo sido internado para rehidratação e investigação diagnóstica. Ao exame físico de entrada, apresentava-se abatido, estado geral comprometido, FC: 96, FR: 30, febril, PA: 110x 60 mmHg, descorado +/4+, desidratado de 2º grau, eupnéico e ictérico ++, infartamento ganglionar assimétrico generalizado, mais acentuado em região cervical posterior. Sem alterações ao exame cardíaco e pulmonar. Abdômen distendido, doloroso à palpação, fígado a 4 cm e baço a 2,5 cm. A avaliação laboratorial revelou Hb: 10,1 g/dL, leucocitose moderada com acentuada linfocitose e atipia linfocitária evidente, ALT: 179 U/L, AST: 232 U/L, LDH: 2.103 U/L e bilirrubinas: total 6,7 mg/Dl (direta 4,9 mg/dL, urina tipo I com bilirrubinas ++ e ultra-som de abdômen com hepatoesplenomegalia inespecífica. As sorologias para toxoplasmose citomegalovírus, hepatite foram negativas e para o vírus Epstein-Barr (EBV reagente: IgG: 108 UA/mL, e IgM 28 UA/mL. Após hidratação parenteral e antitérmico, o paciente evoluiu com a melhora dos parâmetros clínicos e laboratoriais. Discussão - Estima-se, atualmente, que 50% das crianças menores de cinco anos já apresentaram infecção pelo EBV. Vários agentes causam lesão hepática aguda. Entre os vírus ressalta-se os das hepatites, entretanto, pode ocorrer hepatopatia aguda por outras causas virais, entre elas, mononucleose e citomegalia. Sabe-se que a hepatomegalia ocorre em 10% a 20

  7. Validação prospectiva do escore de risco dante pazzanese em síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do segmento ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Silva dos Santos

    2013-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Em Síndrome Coronariana Aguda (SCA sem Supradesnivelamento do segmento ST (SST é importante estimar a probabilidade de eventos adversos. Para esse fim, as diretrizes recomendam modelos de estratificação de risco. O escore de risco Dante Pazzanese (escore DANTE é um modelo simples de estratificação de risco, composto das variáveis: aumento da idade (0 a 9 pontos; antecedente de diabete melito (2 pontos ou acidente vascular encefálico (4 pontos; não uso de inibidor da enzima conversora da angiotensina (1 ponto; elevação da creatinina (0 a 10 pontos; combinação de elevação da troponina e depressão do segmento ST (0 a 4 pontos. OBJETIVO: Validar o escore DANTE em pacientes com SCA sem SST. MÉTODOS: Estudo prospectivo, observacional, com inclusão de 457 pacientes, de setembro de 2009 a outubro de 2010. Os pacientes foram agrupados em: muito baixo, baixo, intermediário e alto risco de acordo com a pontuação do modelo original. A habilidade preditiva do escore foi avaliada pela estatística-C. RESULTADOS: Foram 291 (63,7% homens e a média da idade 62,1 anos (11,04. Dezessete pacientes (3,7% apresentaram o evento de morte ou (reinfarto em 30 dias. Ocorreu aumento progressivo na proporção do evento, com aumento da pontuação: muito baixo risco = 0,0%; baixo risco = 3,9%; risco intermediário = 10,9%; alto risco = 60,0%; p < 0,0001. A estatística-C foi de 0,87 (IC 95% 0,81-0,94; p < 0,0001. CONCLUSÃO: O escore DANTE apresentou excelente habilidade preditiva para ocorrência dos eventos específicos e pode ser incorporado na avaliação prognóstica de pacientes com SCA sem SST.

  8. Uso de Intervenções Baseadas em Evidências na Síndrome Coronária Aguda – Subanálise do Registro ACCEPT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Wang

    2014-04-01

    Full Text Available Fundamento: As diretrizes baseiam-se em evidências para pautar suas recomendações; apesar disso, há uma lacuna entre o recomendado e a prática clínica. Objetivo: Descrever a prática de prescrição de tratamentos com indicação baseada em diretrizes para pacientes com síndrome coronariana aguda no Brasil. Métodos: Foi realizada uma subanálise do registro ACCEPT, na qual foram avaliados os dados epidemiológicos e a taxa de prescrição de ácido acetilsalicílico, inibidores P2Y12, antitrombóticos, betabloqueadores, inibidores da enzima conversora de angiotensina/bloqueadores AT1 e estatinas. Além disso, avaliou-se a qualidade da reperfusão coronariana no infarto com supradesnivelamento do segmento ST. Resultados: Foram avaliados 2.453 pacientes. As taxas de prescrição de ácido acetilsalicílico, inibidores de P2Y12, antitrombóticos, betabloqueadores, inibidores da enzima conversora de angiotensina/bloqueadores AT1 e estatinas foram, respectivamente, de 97,6%, 89,5%, 89,1, 80,2%, 67,9%, 90,6%, em 24 horas, e, respectivamente, de 89,3%, 53,6, 0%, 74,4%, 57,6%, 85,4%, em 6 meses. Com relação ao infarto com supradesnivelamento do segmento ST, somente 35,9% e 25,3% dos pacientes foram submetidos a angioplastia primária e trombólise, respectivamente, nos tempos recomendados. Conclusão: Este registro mostrou altas taxas de prescrição inicial de antiplaquetários, antitrombóticos e estatina, bem como taxas mais baixas de betabloqueadores e de inibidores da enzima conversora de angiotensina/bloqueadores AT1. Independentemente da classe, todos apresentaram queda do uso aos 6 meses. A maioria dos pacientes com infarto com supradesnivelamento do segmento ST não foi submetida a reperfusão coronariana no tempo recomendado.

  9. Histórico das hepatites virais History of viral hepatitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Ferraz da Fonseca

    2010-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A história das hepatites virais remonta milhares de anos e é fascinante. Quando o ser humano sofreu pela primeira vez a invasão do seu organismo por tais agentes, iniciou-se um ciclo natural e repetitivo capaz de infectar bilhões de seres humanos, dizimar e sequelar milhares de vida. MÉTODOS: Este artigo rever informações científicas disponíveis sobre o histórico das hepatites virais. Todas as informações foram obtidas através de extensa revisão bibliográfica, compreendendo artigos originais e de revisão e consultas na rede internet. RESULTADOS: Existem relatos de surtos de icterícia epidêmica na China há mais de 5.000 anos e na Babilônia, há mais de 2.500 anos. A história catastrófica das grandes epidemias ou pandemias ictéricas são conhecidas e geralmente estão associadas às grandes guerras. Na guerra da Secessão Americana, 40 mil casos ocorreram entre militares da União. Em 1885, um surto de icterícia catarral acometeu 191 trabalhadores do estaleiro de Bremen (Alemanha após vacinação contra varíola. Em 1942, 28.585 soldados contraíram hepatite após inoculação da vacina contra a febre amarela. O número de casos de hepatite durante a Segunda Grande Guerra foi estimado em 16 milhões. Somente no século XX, foram identificados os principais agentes causadores das hepatites virais. O vírus da hepatite B foi o primeiro a ser descoberto. CONCLUSÕES: Neste artigo, a revisão da história das grandes epidemias ocasionadas pelos vírus das hepatites e a descoberta desses agentes revelam singulares peculiaridades, citando como exemplo, a descoberta acidental ou por acaso dos vírus da hepatite B e D.INTRODUCTION: The history of viral hepatitis goes back thousands of years and is a fascinating one. When humans were first infected by such agents, a natural repetitive cycle began, with the capacity to infect billions of humans, thus decimating the population and causing sequelae in thousands of lives

  10. Influência da migração na prevalência de marcadores sorológicos de hepatite B em comunidade rural: 1- Análise da prevalência segundo local de nascimento Influence of migration on prevalence of serological hepatitis B markers in a rural community: 1- Analysis of prevalence by birthplace

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Afonso D. C. Passos

    1993-02-01

    Full Text Available Como parte de uma investigação epidemiológica de campo sobre hepatite B num município de características rurais do Estado de São Paulo, Brasil, foi estudada a distribuição de marcadores sorológicos dessa doença segundo à área de residência e o local de nascimento dos indivíduos. Para o município estudado como um todo, a prevalência encontrada para um ou mais dos marcadores sorológicos de hepatite B foi de 7,7%, com os habitantes rurais apresentando risco mais elevado que os urbanos (9,8% e 4,9%, respectivamente. A análise da positividade, de acordo com o local de nascimento, mostrou valores mais altos entre os migrantes provenientes de outros Estados do País (15,8%, seguidos dos oriundos de outros municípios de São Paulo (9,2%: entre os nascidos no município estudado e, particularmente em Ribeirão Preto, centro urbano de localização próxima ao mesmo, observaram-se as menores prevalências (5,2% e 2,5%, respectivamente. Discute-se a importância de se analisar em estudos epidemiológicos, a procedência dos indivíduos, variável capaz de influir na história natural da hepatite B numa comunidade, e, eventualmente, explicar diferenças nas distribuições de marcadores dessa infecção em populações aparentemente semelhantes.Distribution of hepatitis B serological markers according to people's birthplaces and area of residence (urban/rural was studied as a part of a field epidemiological research project carried out in Cássia dos Coqueiros, a small rural community of S. Paulo State, Brazil. The total prevalence of HBV markers was 7.7%, with rural showing a higher risk than urban inhabitants (9.8% as against 4.9%, respectively. Analysis of prevalence according to people's birthplaces revealed the highest value among those from other Brazilian states (15.8%, followed by people from other municipalities of the State of S. Paulo (9.2%. Those born in Cássia dos Coqueiros and particularly in Ribeirão Preto (the main city

  11. Intoxicação aguda com sementes de Crotalaria spectabilis (Leg. Papilionoideae em suínos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.G. Ubiali

    2011-04-01

    Full Text Available Relata-se necrose hepatocelular em suínos após consumo de ração que continha grãos de sorgo-granífero (Sorghum bicolor acidentalmente contaminado com sementes de Crotalaria spectabilis. Morreram 76 suínos em quatro propriedades no município de Juscimeira, MT. Os sinais clínicos iniciaram-se 24-48 horas após o consumo da ração contaminada e foram caracterizados por depressão, letargia, apatia, inapetência, vômito, mucosas ictéricas ou pálidas, ascite, decúbito esternal, decúbito lateral com movimentos de pedalagem e convulsões, a evolução clínica foi de 48-60 horas seguida de morte. As Principais alterações macroscópicas foram fígado aumentado de tamanho com evidenciação do padrão lobular, ascite e hidrotórax com líquido de coloração amarelo avermelhado contendo filamentos com aspecto de fibrina, linfonodos aumentados e edema pulmonar interlobular. A doença foi reproduzida utilizando-se 16 suínos divididos em seis grupos que receberam sementes de C. spectabilis em diferentes doses. Necrose hepatocelular ocorreu em sete suínos, sendo dois que receberam doses diárias 2,5g/kg e cinco que receberam doses únicas de 5,0 e 9,5g/kg. Dez doses diárias de 0,5 e 1,25g/kg causaram fibrose hepática.

  12. Infecção aguda e latente em ovinos inoculados com o herpesvírus bovino tipo 5 (BHV-5

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Adriana M.

    1998-01-01

    Full Text Available Infecção experimental de ovinos com o herpesvírus bovino tipo 5 (BHV-5 reproduziu vários aspectos da infecção pelo BHV-5 em bovinos. Inoculação intranasal foi seguida de extensiva replicação viral na cavidade nasal, excreção e transmissão do vírus a outros animais, estabelecimento e reati-vação de latência, e o desenvolvimento de meningoencefalite clínica em um animal. Ovinos inoculados com a amostra brasileira EVI-88 apresentaram hipertermia transitória, hiperemia da mucosa nasal e corrimento nasal de seroso a muco-purulento. Os animais eliminaram vírus em secreções nasais em títulos de até 107,11DICC50/ml por até 16 dias. Um cordeiro apresentou sinais clínicos de encefalite no dia 10 pós-inoculação, sendo sacrificado in extremis no início do dia 13. Infectividade foi detectada em várias regiões do encéfalo desse animal, incluindo os hemisférios anterior e posterior, córtex dorso- e ventro-lateral, ponte, pedúnculo cerebral, cerebelo e bulbo olfatório. Alterações histológicas foram observadas em várias regiões do encéfalo, principalmente no hemisfério anterior, córtex ventro-lateral e pedúnculos cerebrais, e consistiram de meningite mononuclear, manguitos perivasculares, gliose focal, necrose e inclusões intranucleares em neurônios . Quatro ovinos mantidos como sentinelas adquiriram a infecção e eliminaram vírus a partir do final do segundo dia, até 7 dias. Ovinos inoculados com a amostra argentina A663 apresentaram apenas hiperemia e umidecimento da mucosa nasal, embora eliminassem vírus nas secreções nasais por até 15 dias. Tratamento dos animais com dexametasona a partir do dia 50 pós-inoculação provocou reativação da infecção latente e eliminação viral durante até 11 dias por 76,9% (10/13 dos animais inoculados e por 100% (3/3 dos animais sentinela. Esses resultados demonstram que ovinos são susceptíveis à infecção aguda e latente pelo BHV-5 e sugerem que infec

  13. Intoxicação aguda por triclorfon em caprinos tratados com a dose terapêutica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Welber Daniel Zanetti Lopes

    2014-02-01

    Full Text Available O presente estudo descreve um surto de intoxicação por triclorfon em caprinos, que receberam pela via oral, a dosagem terapêutica do princípio ativo em questão (100mg/kg, provenientes da Universidade Estadual de Maringá, campus de Umuarama, PR. Cinquenta e três ovinos foram tratados com a mesma formulação/solução e não se observou nenhum efeito colateral nos animais referente ao tratamento com triclorfon. Das 20 cabras medicadas, cerca de 40 minutos após a administração do triclorfon, oito apresentaram os clássicos sinais clínicos de ataxia, decúbito externo-lateral, sialorreia, tremores, constrição das pupilas, dispneia com ruídos, micção e defecação involuntária, paresia espástica, timpanismo e lacrimejamento. Quase que imediatamente após a detecção destes sinais, as oito cabras foram medicadas com sulfato de atropina 1% 0,5mg/kg mais fluidoterapia. Cinco destes animais tiveram de receber nova dosagem de sulfato de atropina uma hora após a primeira aplicação, em função de alguns sinais clínicos, como tremores musculares, ainda estarem presentes. De 48 a 72 horas após a administração do triclorfon, três destes cinco animais vieram a óbito. Na necropsia, foi possível observar mucosas cianóticas, congestão de fígado, baço e rins, vasos mesentéricos congestos, vesícula biliar repleta, enfisema pulmonar, parênquima pulmonar avermelhado. Os resultados encontrados neste trabalho chamam atenção que o surto aconteceu em cabras adultas, que apresentavam boas condições clínicas e acima de tudo, receberam a dosagem terapêutica recomendada em bula pelo fabricante. Talvez isso possa indicar alguma sensibilidade mais elevada desta espécie animal à dosagem recomendada em bula do triclorfon (100mg/kg para caprinos.

  14. Infecção pelo vírus da hepatite C em gestantes em Mato Grosso do Sul, 2005-2007 Infección por el virus de la hepatitis C en gestantes en Mato Grosso do Sul, Centro-Oeste de Brasil, 2005-2007 Hepatitis C virus infection among pregnant women in Central-Western Brazil, 2005-2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarice Souza Pinto

    2011-10-01

    Full Text Available O estudo teve por objetivo estimar a prevalência da infecção e genótipo do vírus da hepatite C (HCV, bem como determinar a subnotificação de casos. O total de 115.386 gestantes atendidas pelo Programa Estadual de Proteção à Gestante de Mato Grosso do Sul foi submetido à coleta de sangue para a detecção de anti-HCV, de 2005 a 2007. A prevalência da infecção pelo HCV foi de 1,07 casos/1.000. As amostras positivas foram submetidas à detecção do HCV-RNA e genotipadas. O genótipo 1 foi encontrado em 73% das amostras, 24,3% pertenciam ao genótipo 3 e 2,7% ao genótipo 2. A subnotificação de casos de hepatite C foi de 35,5%.El estudio tuvo por objetivo estimar la prevalencia de la infección y genotipo del virus de la hepatitis C (HCV, así como determinar la subnotificación de casos. El total de 115.386 gestantes atendidas por el Programa Estatal de Protección a la Gestante de Mato Grosso do Sul (Centro-Oeste de Brasil fueron sometidas a la colecta de sangre para la detección de anti-HCV, de 2005 a 2007. La prevalencia de la infección por el HCV fue de 1,07 casos/1000. Las muestras positivas fueron sometidas a la detección del HCV-RNA y genotipadas. El genotipo 1 fue encontrado en 73% de las muestras, 24,3% pertenecían al genotipo 3 y 2,7% al genotipo 2. La subnotificación de casos de hepatitis C fue de 35,5%.The study was aimed at estimating the prevalence of infection with and the genotype of hepatitis C virus (HCV, and to determine the extent of underreporting of HCV cases. A total of 115,386 pregnant women seen by the Program for Protection of Pregnancy [Programa Estadual de Proteção à Gestante] of the state of Mato Grosso do Sul, Central-Western Brazil, were tested for anti-HCV antibodies between 2005 and 2007. Prevalence of HCV infection was 1.07 cases per thousand. Positive samples were tested for HCV RNA and genotyped. Genotype 1 was detected in 73% of samples, genotype 3 in 24.3%, and genotype 2 in 2

  15. Intoxicação aguda por metano arsonato ácido monossódico em bovinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela N. Dantas

    2012-12-01

    Full Text Available O presente trabalho estudou a intoxicação acidental por arsênico em um lote de 24 vacas Girolando, as quais tiveram acesso a pasto pulverizado com herbicida à base de metano arsonato ácido monossódico (MSMA. Os bovinos apresentaram apatia, anorexia e diarreia profusa. Foram necropsiados na fazenda dois animais de 14 que morreram. Os principais achados macroscópicos foram úlceras abomasais e congestão renal. No exame microscópico, as principais lesões observadas foram abomasite e omasite necro-hemorrágica multifocal acentuada e, nos rins, necrose tubular difusa. As concentrações médias de arsênico em vacas com sinais clínicos foram 1,19±0,40, 10,52±2,16 e 76,06±48,37ppm no sangue, leite e fezes, respectivamente. Os níveis de arsênico encontrados em dois animais necropsiados foram 25,58 e 23,85ppm em fígado, e 28,71 e 35,94ppm em rins, respectivamente. No feto de uma vaca necropsiada, os níveis de arsênico mensurados no fígado e rim foram 9,0 e 8,92ppm, respectivamente. A concentração de arsênico no capim do piquete pulverizado foi 111,58ppm. No Brasil, o uso MSMA na composição de pesticidas e herbicidas é permitido somente para uso agrícola, mas não pecuário. A utilização desse ou de outros produtos à base de arsênico na pecuária pode causar altos índices de mortalidade no rebanho, além de diminuição da produção e contaminação de produtos de origem animal.

  16. Comparação entre troponina I cardíaca e CK-MB massa em síndrome coronariana aguda sem supra de ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Silva dos Santos

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há incertezas do valor prognóstico comparativo entre troponina I cardíaca (cTnI e CK-MB em síndrome coronariana aguda (SCA. OBJETIVO: Comparar o valor prognóstico entre a cTnI e a CK-MB massa em pacientes com SCA sem supradesnível do segmento ST. MÉTODOS: Foram analisados 1.027 pacientes, de modo prospectivo, em um centro terciário de cardiologia. Combinações dos biomarcadores foram examinadas: cTnI normal, CK-MB massa normal (65,5%; cTnI normal, CK-MB massa elevada (3,9%; cTnI elevada, CK-MB massa normal (8,8%; cTnI elevada, CK-MB massa elevada (20,7%. Análise multivariada de variáveis clínicas, eletrocardiográficas e laboratoriais determinou o valor prognóstico independente dos biomarcadores para o evento de morte ou (reinfarto em 30 dias. RESULTADOS: Pacientes com pelo menos um biomarcador elevado foram mais idosos (p = 0,02 e do sexo masculino (p < 0,001. Uso prévio de aspirina (p = 0,001, betabloqueador (p = 0,003 ou estatina (p = 0,013 foi mais frequente naqueles sem elevação da cTnI. Pacientes com elevação de ambos os biomarcadores tinham mais depressão do segmento ST (p < 0,001 ou creatinina elevada (p < 0,001. Em análise multivariada com a inclusão da cTnI, a CK-MB massa não foi variável independente para o evento de morte ou (reinfarto em 30 dias (odds ratio [OR] 1,16; p = 0,71. Quando não se incluiu a cTnI, teve-se: idade (OR 1,07; p < 0,001; sexo masculino (OR 1,09; p = 0,77; diabete melito (OR 1,95; p = 0,02; acidente vascular cerebral prévio (OR 3,21; p = 0,008; creatinina elevada (OR 1,63; p = 0,002; elevação da CK-MB massa (OR 1,96; p = 0,03; estatística-C 0,77 (p < 0,001. CONCLUSÃO: Com dosagem da cTnI, a CK-MB massa pode ser dispensável para avaliação prognóstica. Na indisponibilidade da cTnI, a CK-MB massa é aceitável para decisão terapêutica.

  17. Atividade antimicrobiana in vitro de produtos vegetais em otite externa aguda In vitro antimicrobial activity of plants in Acute Otitis Externa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaina Cândida Rodrigues Nogueira

    2008-02-01

    Full Text Available Otite externa aguda é a inflamação do conduto auditivo externo, e plantas medicinais podem ser utilizadas, na cultura popular, para seu tratamento. OBJETIVO: Avaliar atividade antimicrobiana in vitro de Aleolanthus suaveolens, Caryophyllus aromaticus, Cymbopogon citratus, Matricaria chamomila, Pithecellobium avaremotemo, Plectranthus amboinicus e Ruta graveolens sobre agentes etiológicos de otite externa. CASUÍSTICA E MÉTODOS: A concentração inibitória mínima de extratos e óleos destas plantas foi obtida em amostras de otite externa. RESULTADOS: Staphylococcus aureus em 10 culturas, Pseudomonas aeruginosa em 8, Pseudomonas aeruginosa e Staphylococcus aureus, em associação, em 5 culturas e Candida albicans e Candida krusei em 4 culturas. P. aeruginosa foi resistente a todos os extratos e óleos essenciais testados; os extratos de A. suaveolens, P. avaremotemo e de R. graveolens foram inativos, o óleo essencial de C. aromaticus e M. chamomila foram ativos contra 3 cepas de S. aureus e as cepas de Candida; Sete das cepas de S. aureus foram sensíveis ao extrato de P. amboinicus, mas o óleo não mostrou atividade, 4 cepas de S.aureus e as cepas de Candida foram sensíveis ao óleo essencial de R. graveolens. CONCLUSÃO: Algumas plantas apresentaram resultados satisfatórios, dependendo do agente etiológico, porém se faz necessário estudos mais detalhados, para melhorar o aproveitamento destas plantas.Acute Otitis Externa is an inflammation of the outer auditory meatus, and according to popular saying, medicinal plant extracts can be used in its treatment. AIM: to assess the in vitro antimicrobial activity of the following plants: Aleolanthus suaveolens; Caryophyllus aromaticus; Cymbopogon citratus; Matricaria chamomila; Pithecellobium avaremotemo; Plectranthus amboinicus and Ruta graveolens on the germs that cause otitis externa. MATERIALS AND METHODS: the minimum inhibitory concentration of extracts and oils from these plants was

  18. Prevalência e fatores associados a marcadores do vírus da hepatite B em população rural do Brasil central Prevalence of and factors associated with hepatitis B virus markers in a rural population in central Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco J. D. Souto

    2001-12-01

    Full Text Available Objetivo. Realizar um inquérito soro-epidemiológico sobre infecção pelo vírus da hepatite B em um município do médio-norte do Estado de Mato Grosso, que corresponde à região limítrofe entre o cerrado e a bacia amazônica. Métodos. A amostra incluiu famílias escolhidas aleatoriamente na sede do município, assim como toda a população de uma comunidade rural, totalizando 754 indivíduos. A idade variou de 2 a 79 anos. Os participantes foram entrevistados e tiveram amostras de sangue colhidas para pesquisa de marcadores do vírus da hepatite B por método imunoenzimático. Resultados. A infecção pelo vírus da hepatite B foi constatada em 31% da amostra, sendo 3% positivos para o HBsAg. Os 149 (20% com história de vacinação e anti-HB positivo isoladamente foram considerados respondedores à vacina. As variáveis associadas à exposição ao vírus da hepatite B por análise multivariada foram: já ter iniciado atividade sexual, ter sido vacinado com pistola pressurizada contra febre amarela (entre aqueles com menos de 20 anos e ser migrante oriundo do Sul do Brasil (indivíduos com mais de 20 anos. A cobertura vacinal foi baixa entre indivíduos com mais de 10 anos de idade. O maior número de suscetíveis (74% foi encontrado na faixa dos 11 aos 20 anos. Conclusões. No Brasil, a vacinação contra a hepatite B deve ser estendida quanto antes aos adolescentes nas regiões de baixa a moderada prevalência. É provável que os dados obtidos no presente estudo possam ser extrapolados para outras regiões da América Latina com padrão epidemiológico semelhante.Objective. To carry out a survey of hepatitis B virus seroepidemiology in a municipality in central Brazil, on the border of two large ecosystems, the cerrado (savanna and the Amazon River basin. Methods. The municipality studied, Nova Mutum, is located in the north central portion of the Brazilian state of Mato Grosso. The study sample of 754 individuals included persons

  19. Toxicidade aguda ao sal comum e larvicultura intensiva do jundiá Rhamdia quelen em água salobra

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T.E.H.P. Fabregat

    2015-04-01

    Full Text Available A tolerância de peixes de água doce à salinidade e os níveis adequados de náuplios de Artemia na alimentação durante a larvicultura são de extrema importância para a padronização dos manejos em ambientes de criação intensiva. Dessa forma, o objetivo do trabalho foi estimar a salinidade letal (SL50 para larvas de jundiá Rhamdia quelen e determinar o efeito da salinidade e da concentração de presas vivas na larvicultura intensiva. No primeiro ensaio, larvas ao final do período lecitotrófico (1,1±0,8mg foram submetidas às salinidades de 0, 2, 4, 6, 8, 10, 15 e 20g de sal/L por um período de 96h. No segundo experimento, as larvas de jundiá, no início da alimentação exógena (1,2±0,3mg, foram submetidas a três salinidades (água doce 0, 2 e 4g de sal/L e três concentrações de presas vivas (início: 300, 500, 700 náuplios de Artemia/larvas/dia, sendo esse montante aumentado a cada cinco dias. O experimento foi realizado em delineamento inteiramente ao acaso, em esquema fatorial 3x3, por um período de 15 dias. No experimento 1, as larvas de jundiá submetidas às salinidades de 10, 15 e 20g de sal/L morreram após 12, duas e uma hora de exposição, respectivamente. As SL50 de 72 e 96h foram estimadas em 9,93 e 4,95g de sal/L, respectivamente. No final do teste de toxicidade, não houve diferença na sobrevivência entre as salinidades de 0, 2 e 4g de sal/L. No experimento 2, não foi observado efeito da interação entre salinidade e concentração de presas para o peso e o comprimento. Quanto maior a quantidade de presas, maior o crescimento das larvas. A sobrevivência apresentou interação entre os fatores. O aumento da salinidade proporcionou uma diminuição da sobrevivência, independentemente da concentração de presas. Dessa forma, conclui-se que a SL50 diminuiu com o aumento do tempo de exposição à água salinizada e que a larvicultura da espécie pode ser realizada em salinidades de até 2g de sal/L, com

  20. Participação do Mycoplasma pneumoniae na etiologia de infecções respiratórias agudas em Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcyone A. Machado

    1991-03-01

    Full Text Available Para avaliar a participação etiológica do Mycoplasma pneumoniae em infecções respiratórias agudas, o isolamento dessa bactéria foi tentado em secreções do aparelho respiratório de 64 pacientes (média 24 anos com quadro respiratório aguda Foi realizada, também, a pesquisa de anticorpos específicos anti-M. pneumoniae através da reação de fixação do complemento (FC e da reação de contra-imunoeletroforese (CIE. O M. pneumoniae não foi isolado. O diagnóstico presuntivo de infecção pelo M. pneumoniae foi feito pela FC em 3,1% (2/64 e pela CIE em 1,6% (1/64 dos pacientes. Paralelamente, em 200 indivíduos sadios, os mesmos testes sorológicos foram realizados, sendo o índice de positividade de 4% (8/200 pela CIE e de 1% (2/200 pela FC. Apesar das aiscrepâncias observadas entre os dois métodos sorológicos, a FC parece ser indicada para diagnóstico da infecção, sendo a CIE recomendada nas avaliações soroepidemiológicas. Com base nos dados do nosso estudo, a prevalência das infecções respiratórias pelo M. pneumoniae parece ser baixa em nosso meio.

  1. Insuficiência respiratória aguda causada por pneumonia em organização secundária à terapia antineoplásica para linfoma não Hodgkin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriell Ramalho Santana

    2012-12-01

    Full Text Available Doenças difusas do parênquima pulmonar pertencem a um grupo de doenças de evolução geralmente subaguda ou crônica, mas que podem determinar insuficiência respiratória aguda. Paciente masculino, 37 anos, em terapia para linfoma não Hodgkin, admitido com tosse seca, febre, dispneia e insuficiência respiratória aguda hipoxêmica. Iniciadas ventilação mecânica e antibioticoterapia, porém houve evolução desfavorável. Tomografia computadorizada de tórax mostrava opacidades pulmonares em "vidro fosco" bilaterais. Devido ao paciente ter feito uso de três drogas relacionadas à pneumonia em organização (ciclofosfamida, doxorrubicina e rituximabe e quadros clínico e radiológico serem sugestivos, iniciou-se pulsoterapia com metilprednisolona com boa resposta. Pneumonia em organização pode ser idiopática ou associada a colagenoses, drogas e neoplasias, e geralmente responde bem a corticoterapia. O diagnóstico é anatomopatológico, mas condições clínicas do paciente não permitiam a realização de biópsia pulmonar. Pneumonia em organização deve ser diagnóstico diferencial em pacientes com aparente pneumonia de evolução desfavorável ao tratamento antimicrobiano.

  2. Fatores preditivos de coledocolitíase em doentes com pancreatite aguda biliar Predictors of choledocholithiasis in patients sustaining acute biliary pancreatitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Gustavo Parreira

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o papel da fosfatase alcalina (FA, gama glutamiltransferase (gamaGT e ultra-sonografia (US como fatores preditivos de coledocolitíase em doentes com pancreatite aguda biliar (PAB. MÉTODOS: Os dados foram coletados prospectivamente durante um período de 31 meses. Quarenta doentes foram incluídos, sendo 30 mulheres, com média etária de 49 + 16 anos. Foram registrados os dados de todos os doentes com pancreatite aguda biliar. Aqueles doentes ictéricos e com a forma grave da doença foram excluídos. As dosagens de FA e GGT, assim como a US, eram realizadas na admissão e 48 horas antes da cirurgia. Todos os pacientes foram submetidos à colangiografia intra-operatória (CIO ou à colangiografia retrógrada endoscópica (CPRE pré-operatória, que era definida baseada na probabilidade de coledocolitíase. Com o intuito de identificar os indicadores de coledocolitíase, as variáveis foram comparadas entre os pacientes com ou sem coledocolitíase. Os testes t de Student, Qui-quadrado e Fisher foram empregados para a análise estatística, considerando-se pBACKGROUND: To assess the role of alkaline phosphatase (AP, gamil-glutamyltransferase (gammaGT and abdominal ultrasound (US as predictors of choledocholithiasis in patients sustaining acute biliary pancreatitis. METHODS: Data was prospectively collected during a period of 31 months. Forty patients were included, 30 were female and the mean age was 49 + 16. All patients sustaining acute biliary pancreatitis were enrolled. Patients with clinical jaundice and severe pancreatitis were excluded. Serum content of AP and gGT as well as US were assessed at admission and 48 hours before cholecistectomy. All patients underwent intra-operative cholangiography (IOC or pre-operative endoscopic retrograde cholangiography (ERCP, which was indicated based on the odds of choledocholithiasis. In order to identify the predictors of choledocholithiasis, variables were compared between patients

  3. Osteomielite hematogênica aguda em Pediatria: análise de casos atendidos em hospital universitário Osteomielitis hematogénica aguda en Pediatría: análisis de casos atendidos en hospital universitario Pediatric acute hematogenous osteomyelitis: analysis of patients assisted in a university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Fiorini Puccini

    2012-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a ocorrência, a evolução e o desfecho de pacientes com osteomielite hematogênica aguda na faixa etária pediátrica. MÉTODOS: Estudo descritivo de 21 casos de pacientes de zero a 14 anos com diagnóstico de osteomielite hematogênica aguda, em acompanhamento no Ambulatório de Infectologia Pediátrica da Escola Paulista de Medicina entre 2005 e 2009. A coleta de dados ocorreu pelo levantamento de prontuários. Realizaram-se a análise descritiva e o teste de correlação de Spearman, com intervalo de confiança de 95%. RESULTADOS: Foi identificada maior incidência no sexo masculino e em crianças maiores de cinco anos. Febre e dor foram os sintomas mais frequentes. Os ossos longos foram os mais acometidos. O principal agente etiológico identificado foi o Staphylococcus aureus. Em média, o tempo de sintomatologia até o diagnóstico foi de 9,7 dias, o de internação, 24,7 dias, e o total de antibioticoterapia foi de 71,7 dias. A resolução completa do quadro ocorreu em 71,4% dos casos, com permanência de sequelas em 28,6% deles, sendo a evolução para osteomielite crônica a principal delas. CONCLUSÕES: As características dos pacientes e da doença referentes a sexo, idade, etiologia e evolução mostram-se concordantes com o descrito na literatura. O tempo de tratamento foi de aproximadamente dez semanas, valor acima do habitualmente encontrado nos diferentes estudos. Não foram encontradas correlações significantes entre o tempo de sintomatologia até o diagnóstico, o tempo de internação e o tempo total de antibioticoterapia, havendo a limitação do tamanho da amostra.OBJETIVO: Describir la ocurrencia, la evolución y el desenlace de pacientes con osteomielitis hematogénica aguda en la franja de edad pediátrica. MÉTODOS: Estudio descriptivo de 21 casos de pacientes de cero a 14 años con diagnóstico de osteomielitis hematogénica aguda, en seguimiento en el Ambulatorio de Infectología Pediátrica de

  4. Lesão renal aguda séptica versus não séptica em pacientes graves: características e desfechos clínicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marília Galvão Cruz

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Descrever e comparar as características e os desfechos clínicos de pacientes com lesão renal aguda séptica e não séptica. Métodos: Coorte aberta com 117 pacientes graves com lesão renal aguda consecutivamente admitidos em unidade de terapia intensiva, sendo excluídos aqueles que apresentavam doença renal crônica em estágio avançado, transplante renal, internação ou morte em um período inferior a 24 horas. Presença de sepse e óbito intra-hospitalar representaram, respectivamente, a exposição e o desfecho principal. Análise de confundimento foi realizada com a regressão logística. Resultados: Não houve diferenças na média de idade entre os grupos com lesão renal aguda séptica e não séptica [65,30±(21,27 anos versus 66,35±12,82 anos; p=0,75]. Nos dois grupos, similarmente, observou-se predomínio do sexo feminino (57,4% versus 52,4%; p=0,49 e de afrodescendentes (81,5% versus 76,2%; p=0,49. Os pacientes com sepse apresentaram maiores médias de escore Acute Physiology and Chronic Health Evaluation II [21,73±7,26 versus 15,75± (5,98; p18,5 (OR: 9,77; IC95%: 3,73-25,58 foram associados ao óbito. Conclusão: Sepse foi um preditor independente para óbito. Existem diferenças entre as características e desfechos clínicos dos pacientes com lesão renal aguda séptica versus não séptica.

  5. Compras públicas de medicamentos para hepatite C no Brasil no período de 2005 a 2015

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Costa Chaves

    Full Text Available Resumo O artigo analisa as compras de medicamentos para hepatite C, feitas pelo Ministério da Saúde (MS, de 2005 a 2015. Os dados são do Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais (SIASG. Para estimar o gasto contratado anual selecionou-se medicamentos previstos nos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas para Hepatite C do MS e incluiu-se todas as apresentações e concentrações que apareceram no SIASG. Houve aumento de 159,5 vezes no gasto com os medicamentos selecionados de 2005 a 2006 porque esses produtos passaram a ser comprados de forma centralizada. Em 2007 houve aumento de 730% no gasto pela incorporação de alfapeginterferona 2a e 2b. Em 2012 a compra de dois novos antivirais de ação direta (AAD representou 99% do gasto anual. Em 2015, a adoção de novos AAD provocou aumento de 230% (R$ 945 milhões no gasto do MS. No período estudado houve aumento dos gastos do MS com os medicamentos para Hepatite C devido ao aumento do volume adquirido e à incorporação tecnológica de alfapeginterferona e de novos AAD. Garantir acesso universal ao tratamento da hepatite C depende da implementação de estratégias que aumentem o poder de barganha do MS em negociações de redução de preços de produtos em situação de monopólio.

  6. Soroprevalência e genótipos do vírus da hepatite C em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico (LES em Goiânia, Brasil Hepatitis C virus seroprevalence and genotypes in patients with systemic lupus erythematosus (SLE in Goiânia, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vitalina de Souza Barbosa

    2005-08-01

    Full Text Available A infecção pelo vírus da hepatite C (HCV desperta grande interesse em reumatologia por apresentar várias manifestações extra-hepáticas. Diversos estudos mostram associação elevada da infecção pelo HCV com manifestações reumáticas como dores musculares, crioglobulinemia mista, síndrome reumatóide, síndrome de Sjögren, vasculite, glomerulonefrite, fenômeno de Raynaud, poliarterite nodosa, miopatia, auto-anticorpos e outras manifestações de doença difusa do tecido conjuntivo. Em estudos anteriores realizados em nosso meio verificou-se a prevalência de 0,9% em gestantes, 1,4% em doadores de sangue, 1,8% em paciente com hanseníase e 2,0% em trabalhadores da área da saúde. OBJETIVO: determinar a prevalência da infecção pelo HCV em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico (LES atendidos no Serviço de Reumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás (HC-FM-UFG. MÉTODOS: foram entrevistados 175 pacientes com LES e amostras sangüíneas coletadas. Inicialmente, pesquisou-se a presença de anticorpos para o HCV (anti-HCV. As amostras anti-HCV positivas foram submetidas à detecção do RNA viral, pela reação em cadeia da polimerase (PCR com primers complementares à região 5' não codificante do HCV. As amostras positivas foram genotipadas por line probe assay. RESULTADOS: a prevalência encontrada foi de 2,3% (4/175, e a identificação dos genótipos nas amostras RNA-HCV positivas revelou a presença do tipo 1 do HCV em três pacientes (75% e do tipo 3 em um paciente (25%. Das quatro pacientes infectadas, três apresentaram evolução clínica favorável e uma evoluiu para óbito em razão de insuficiência renal por nefrite lúpica. CONCLUSÕES: a prevalência de HCV em pacientes com LES revelou-se um pouco maior que a encontrada anteriomente em gestantes, doadores de sangue e em hansenianos, comparável à encontrada em trabalhadores da saúde.The hepatitis C virus

  7. Histopatologia da esquistossomose mansoni em fígado de Mus musculus infectado por amostras humanas de fase aguda e crônica da periferia de Belo Horizonte, Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amélia Dulce Vilela de Carvalho

    1986-06-01

    Full Text Available Exemplares de Biomphalaria glabrataforam infectados com miracídios obtidos de ovos de Schistosoma mansoni, encontrados em fezes de indivíduos de 7 a 18 anos, da região de Lagoa da Pampulha, Belo Horizonte, MG. Os pacientes de fase aguda se infectaram em uma primeira visita ao foco. Os da fase crônica eram moradores próximos aos focos. Para cada caso clínico, isolou-se a respectiva amostra do parasita. Foram infectados pela cauda 55 camundongos fêmeas com 70 ± 10 cercárias. Cortes histológicos de fígados, corados por HE, tricrômico de Gomori, impregnação metálica pela prata, e PAS foram observados à microscopia óptica. Não houve diferenças estatísticas em relação às médias das mensurações dos diâmetros dos granulomas referentes às amostras e datas de sacrifícios. Os granulomas apresentaram fase exsudativa do tipo Ha (reação de inflamação mista e IIIa (granuloma com células epitelióides. Com amostras de pacientes em fase aguda o padrão predominante foi a Ha na 7ª semana. Na 10.ª semana predominaram granulomas do tipo IIIa. Nas amostras de pacientes em fase crônica, verificou-se uma mescla de granulomas do tipo Ha e IIIa na 7ª semana. Na 10ª semana predominou o tipo IIIa. Alguns aspectos histopatológicos de fígados foram descritos e comparados com aqueles existentes na literatura.

  8. Presença de anticorpo anti-Lutheran B em paciente com leucemia linfóide aguda Anti-Lutheran B in a patient with acute lymphoblastic leukemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Rosário F. Roberti

    2007-06-01

    Full Text Available Leucemias agudas necessitam de suporte hemoterápico para serem tratadas adequadamente. A presença do anticorpo anti-Lutheran B e a alta freqüência do antígeno em nossa população dificulta o tratamento de doenças hematológicas que necessitam de suporte transfusional, tais como a leucemia linfóide aguda (LLA. Alternativas de tratamento hemoterápico são abordadas neste artigo. Descreve-se o caso de uma paciente com LLA e anticorpo anti-Lutheran B. A dificuldade em encontrar sangue compatível levou os autores a adotarem estratégia conservadora no tratamento hemoterápico. O uso de eritropoetina e a adoção de protocolo quimioterápico individualizado viabilizaram os resultados obtidos.Acute leukemia needs hemotherapeutic support to be successfully treated. The Lutheran B antibody, specifically the high frequency of this antigen in our population, has made it difficult to treat hematological malignancies that need transfusional support, including acute lymphoblastic leukemia. Finding compatible blood is complex and so the authors adopted a conservative treatment strategy. The prescription of epoetin and an individualized chemotherapy protocol may improve results. We describe a case report of a patient with anti-Lutheran B antibody and how difficulties to find compatible blood were solved.

  9. Visceral leishmaniasis and infectious hepatitis in bush dog from captivity in Brazil - Report of case/ Leishmaniose visceral e hepatite infecciosa em cachorro-vinagre mantido em cativeiro no Brasil - Relato de Caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Nakazato

    Full Text Available Among mammals, the canids are most often infected by Leishmania sp. This paper reports the occurrence of Leishmania (Leishmania infantum chagasi as well as the presence of intranuclear inclusions resembling viral particles of canine adenovirus-1 in a bush dog (Speothos venaticus kept in captivity at the zoo of Federal University of Mato Grosso, central area of Brazil. The report demonstrates the importance of wild canids as reservoirs of agents of veterinary and public health importance, and it emphasizes the necessity of further studies with these animals concerning their habits, behavior and sanitary management.Dentre os mamíferos, os canídeos são os mais frequentemente infectados por Leishmania sp. O presente artigo relata a ocorrência de Leishmania (Leishmania infantum chagasi e inclusões intranucleares sugestivas de adenovírus canino 1, em cachorro vinagre (Speothos venaticus mantido no zoológico da Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, Mato Grosso. O relato demonstra a importância dos canídeos silvestres como reservatórios de agentes de importância veterinária e de saúde pública, reforçando a necessidade de estudos com esses animais acerca de seus hábitos, comportamento e manejo sanitário.

  10. Respostas hormonais agudas a diferentes intensidades de exercícios resistidos em mulheres idosas Acute hormonal responses to different intensities of resistance exercises in older women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Jacó de Oliveira

    2008-08-01

    Full Text Available O treinamento resistido vem sendo apontado como eficaz em retardar o declínio de força e massa muscular que acompanham o envelhecimento; contudo, a resposta hormonal aguda a esse tipo de exercício precisa ser mais bem caracterizada. Os objetivos do presente estudo foram caracterizar e comparar as respostas hormonais agudas resultantes de diferentes intensidades de exercícios resistidos realizados por mulheres idosas. A amostra foi composta por 15 mulheres com idade média de 67,5 anos, as quais realizaram, de forma aleatória, três visitas ao laboratório: 1 exercícios resistidos realizados a 50% de 1-RM (G50; 2 exercícios resistidos realizados a 80% de 1-RM (G80; e 3 sessão controle (GC. Coletas sanguíneas foram realizadas imediatamente antes e após (TO e T1, respectivamente cada sessão, bem como três e 48 horas após (T2 eT3, respectivamente, para posterior análise hormonal através do método imunoensaio quimiluminescente. ANOVA e ANCOVA foram utilizadas, respectivamente, para examinar diferenças intra e intersessões. Não foram observadas diferenças significativas entre as sessões para nenhum dos hormônios avaliados. EmT2, as concentrações do cortisol encontraram-se significativamente inferiores quando comparados com T0 nas três sessões realizadas, enquanto a testosterona apresentou-se reduzida no T2 do GC. Apenas a sessão G80 induziu elevação transitória significativa da razão testosterona/cortisol e nenhuma das sessões provocou alterações nas concentrações séricas de GH. Conclui-se que exercícios resistidos realizados a 50% ou a 80% de 1-RM não induziram agudamente elevação significativa de cortisol, testosterona ou GH na amostra estudada. Por outro lado, a sessão realizada a 80% de 1-RM promoveu aumento significativo da razão testosterona/cortisol três horas pós-exercício quando comparada com a dos valores basais, em mulheres idosas.Resistance training has been pointed as an effective intervention

  11. Parenteral nutrition versus enteral nutrition in severe acute pancreatitis Nutrição parenteral versus enteral em pacientes com pancreatite aguda grave

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josiel Paiva Vieira

    2010-10-01

    Full Text Available PURPOSE: To compare the effect of parenteral versus enteral nutritional support in severe acute pancreatitis, with respect to efficacy, safety, morbidity, mortality and length of hospitalization. METHODS: The study was comprised of 31 patients, divided into a parenteral group (n=16 and an enteral group (n=15, who met severity criteria for abdominal tomography (Balthazar classes C, D, and E. The patients were compared by demographics, disease etiology, antibiotic prophylaxis, use or not of somatostatin, nutritional support, complications and disease progression. RESULTS: There was no statistical difference in the average duration of nutritional support, somatostatin, or antibiotics in the two groups. Imipenem was the drug of choice for prophylaxis of pancreatic infections in both groups. More complications occurred in the parenteral group, although the difference was not statistically significant (p=0.10. Infectious complications, such as catheter sepsis and infections of the pancreatic tissue, were significantly more frequent in the parenteral group (p=0.006. There was no difference in average length of hospitalization in the two groups. There were three deaths in the parenteral group and none in the enteral group. CONCLUSION: Enteral nutritional support is associated with fewer septic complications compared to parenteral nutritional support.OBJETIVO: Comparar o efeito do suporte nutricional parenteral versus enteral, em pancreatite aguda grave, com relação à eficácia, à segurança, à morbi-mortalidade e ao tempo de internação. MÉTODOS: Foram estudados 31 pacientes distribuídos em grupo parenteral (n=16, no período de 1995 a 1998 e grupo enteral (n=15, no período de 1999 a 2002, que preencheram os critérios de gravidade pela tomografia de abdome (Balthazar C,D,E. Os pacientes foram comparados quanto aos dados demográficos, etiologia, antibioticoprofilaxia, somatostatina, suporte nutricional, complicações e evolução. RESULTADOS

  12. Pneumonia aguda fibrinosa e organizante

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Santos

    2010-07-01

    Full Text Available Resumo: O padrão histológico de Pneumonia Aguda Fibrinosa e Organizante (AFOP – Acute Fibrinous And Organizing Pneumonia, descrito por Beasley em 2002, caracteriza-se pela existência de fibrina intra-alveolar sob a forma de bolas de fibrina e pneumonia organizativa difusa. A apresentação clínica desta doença intersticial pulmonar pode ser aguda ou subaguda, diferindo no entanto dos outros padrões histológicos habitualmente associados a lesão pulmonar aguda – Lesão Alveolar Difusa (DAD, Pneumonia Organizativa (OP e Pneumonia Eosinofílica (EP.A propósito deste tema, os autores fazem uma revisão da literatura e descrevem o caso clínico de um doente de 44 anos, com aspectos imagiológicos e evolução pouco habituais. Abstract: The histologic pattern of Acute Fibrinous and Organizing Pneumonia (AFOP, described by Beasley in 2002, is characterized by the existence of intra alveolar fibrin in the form of fibrin “balls” and diffuse organizing pneumonia. Presenting symptoms of this interstitial pulmonary disease can be acute or subacute. However, it differs from the well-recognized histologic patterns of acute pulmonary lesion – Diffuse Alveolar Damage (DAD, Organizing Pneumonia (OP and Eosinophilic Pneumonia (EP.The authors carry out a review of the literature concerning this topic and describe the clinical case of a 44-year-old patient with unusual imaging features and outcome. Palavras-chave: AFOP, bolas de fibrina, pneumonia organizativa, Key-word: AFOP, fibrin balls, organizing pneumonia

  13. Ventilação mecânica não invasiva na crise de asma aguda grave em crianças: níveis de evidências

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula de Souza Silva

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Avaliar a qualidade das evidências existentes para embasar diretrizes do emprego da ventilação mecânica não invasiva no manejo da crise de asma aguda grave em crianças não responsivas ao tratamento padrão. Métodos: Busca, seleção e análise de todos os artigos originais sobre asma e ventilação mecânica não invasiva em crianças, publicados até 1º de setembro de 2014, em todos os idiomas, nas bases de dados eletrônicas PubMed, Web of Science, Cochrane Library, Scopus e SciELO, encontrados por meio de busca pelos descritores "asthma", "status asthmaticus", "noninvasive ventilation", "bronchospasm", "continuous positive airway pressure", "child", "infant", "pediatrics", "hypercapnia", "respiratory failure", e das palavras-chave "BIPAP", "CPAP", "bilevel", "acute asthma" e "near fatal asthma". Os artigos foram qualificados segundo os graus de evidências do Sistema GRADE. Resultados: Foram obtidos apenas nove artigos originais. Destes, dois (22% apresentaram nível de evidência A, um (11% apresentou nível de evidência B e seis (67% apresentaram nível de evidência C. Conclusão: Sugere-se que o emprego da ventilação mecânica não invasiva na crise de asma aguda grave em crianças não responsivas ao tratamento padrão é aplicável à maioria desses pacientes, mas as evidências não podem ser consideradas conclusivas, uma vez que pesquisa adicional de alta qualidade provavelmente tenha um impacto modificador na estimativa de efeito.

  14. Pharyngeal-cervical-brachial variant of Guillain-Barré syndrome: a rare cause of acute bulbar dysfunction in children = Variante faringo-cérvico-braquial da síndrome de Guillain-Barré: uma causa rara de disfunção bulbar aguda em crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Coelho, Joana

    2014-01-01

    Conclusões: Apesar da variante faringo-cervico-braquial ser pouco frequente em idade pediátrica, é um diagnóstico que deve ser considerado perante uma criança com disfunção bulbar aguda, pois a identificação precoce permite instituir rapidamente medidas terapêuticas que podem evitar a morte

  15. Reação de fase aguda e sua relação com o desempenho de cavalos em competição de longa distância

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.A. Amaral

    2015-04-01

    Full Text Available O exercício físico é um dos estímulos fisiológicos mais estressantes que um animal pode sofrer e, dependendo de sua intensidade, sugere-se que possa gerar uma reação mediada por proteínas de fase aguda (PFA. O objetivo deste estudo foi caracterizar a reação de fase aguda e sua relação com o desempenho de cavalos submetidos a uma competição de longa distância. O experimento foi desenvolvido durante a Marcha de Resistência anual promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC, composta por um percurso de 750km percorrido durante 15 dias. Foram avaliados 23 equinos, os quais foram divididos em dois grupos, sendo o grupo 1 composto pelos 10 primeiros colocados na competição e o grupo 2 formado pelos 13 animais que concluíram a competição em colocações inferiores ou foram desclassificados antes de terminar a prova. Efetuaram-se coletas sanguíneas em repouso (dia 0 e no último dia de competição, e foi realizado o teste de eletroforese em gel de poliacrilamida contendo dodecil sulfato de sódio (SDS-PAGE para identificar as proteínas (albumina, haptoglobina, ceruloplasmina, transferrina, imunoglobulina G, imunoglobulina A, glicoproteína ácida e proteína de peso molecular de 23kDa. Os resultados demonstraram que o exercício físico imposto influenciou de forma significativa (P<0,0001 as concentrações séricas de haptoglobina, ceruloplasmina, imunoglobulina A, glicoproteína ácida e proteína de peso molecular de 23kDa. Quando comparados os resultados dos grupos estudados, observou-se que a concentração de haptoglobina após a competição foi superior no grupo de animais com baixo desempenho (grupo 2. Conclui-se que a competição de longa duração é capaz de gerar reação de fase aguda e que o monitoramento da concentração de haptoglobina pode ser um sinalizador de processo inflamatório e baixo desempenho.

  16. Antivirais incorporados no Brasil para hepatite B cronica: analise de custo-efetividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Laine Araujo de Oliveira

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO Avaliar o custo-efetividade de diferentes tratamentos medicamentosos para hepatite B crônica entre pacientes adultos. MÉTODOS Utilizando modelo de Markov, construiu-se coorte hipotética de 40 anos para pacientes HBeAg-positivo ou HBeAg-negativo. Foram comparados os usos de adefovir, entecavir, tenofovir e lamivudina (com terapia de resgate em caso de resistência viral para tratamento de pacientes adultos com hepatite B crônica, virgens de tratamento, com elevados níveis de alanina aminotransferase, sem evidência de cirrose e sem coinfecção por HIV. Valores para custo e efeito foram obtidos da literatura. A medida do efeito foi expressa em anos de vida ganhos (AVG. Taxa de desconto de 5% foi aplicada. Análise de sensibilidade univariada foi conduzida para avaliar incertezas do modelo. RESULTADOS O tratamento inicial com entecavir ou tenofovir apresentou melhores resultados clínicos. As menores razões custo-efetividade foram de entecavir para pacientes HBeAg-positivo (R$ 4.010,84/AVG e lamivudina para pacientes HBeAg-negativo (R$ 6.205,08/AVG. Para pacientes HBeAg-negativo, a razão custo-efetividade incremental de entecavir (R$ 14.101,05/AVG está abaixo do limiar recomendado pela Organização Mundial da Saúde. Análise de sensibilidade mostrou que variação nos custos dos medicamentos pode tornar tenofovir alternativa custo-efetiva tanto para pacientes HBeAg-positivo quanto para HBeAg-negativo. CONCLUSÕES Entecavir é alternativa recomendada para iniciar o tratamento de pacientes com hepatite B crônica no Brasil. Contudo, se houver redução no custo de tenofovir, esta pode se tornar alternativa mais custo-efetiva.

  17. Evolução e característica de lactantes com bronquiolite viral aguda submetidos à ventilação mecânica em uma unidade de terapia intensiva pediátrica brasileira Outcome and characteristics of infants with acute viral bronchiolitis submitted to mechanical ventilation in a Brazilian pediatric intensive care

    OpenAIRE

    Fernanda Umpierre Bueno; Jefferson Pedro Piva; Pedro Celiny Ramos Garcia; Patrícia Miranda Lago; Paulo Roberto Einloft

    2009-01-01

    OBJETIVO: Descrever as características e a evolução de lactantes com bronquiolite aguda submetidos à ventilação mecânica. MÉTODOS: Estudo retrospectivo desenvolvido entre março 2004 e setembro 2006 (três invernos consecutivos), recrutando todos os lactantes (menos de 12 meses de idade) com diagnóstico de bronquiolite viral aguda e submetidos à ventilação mecânica em uma unidade de terapia intensiva, brasileira, ligada a uma universidade. Os parâmetros de ventilação mecânica adotados no 1°, 2°...

  18. Notas sobre apendicitis aguda

    OpenAIRE

    Méndez S., Martín

    2011-01-01

    Hacer un buen diagnóstico, tener el valor de la responsabilidad operando precozmente los enfermos, en los cuales después de minucioso examen se cree o se tiene certeza de una apendicitis aguda, es uno de los méritos de todo buen cirujano. Sin duda tendrá que luchar contra todo, la familia, el enfermo y los allegados; pero si triunfa y vence logrará éxitos y salvará vidas. Parece fácil diagnosticar unaapendicitis aguda y sin embargo, es necesario decirlo claro, nada hay tan complicado y en oca...

  19. Diagnóstico e tratamento da hepatite B Diagnosis and treatment of hepatitis B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Simão Ferreira

    2000-08-01

    Full Text Available A hepatite B constitui grave problema de saúde pública. Estima-se que 350 milhões de pessoas, ou seja, 5% da população mundial sejam portadores dessa virose. Admite-se que a infecção evolui para a cura em 90% a 95% dos casos e para o estado de portador crônico nos restantes 5% a 10%; a infecção persistente pode resultar também em cirrose, insuficiência hepática e carcinoma hepatocelular. O diagnóstico de qualquer das formas clínicas da hepatite B realiza-se através de técnicas sorológicas. Os médicos, hoje, possuem acesso a modernas técnicas laboratoriais capazes de avaliar a carga viral, o índice de replicação do agente infeccioso e a eficácia das novas medicações utilizadas. Vários agentes antivirais têm sido usados no tratamento dos indivíduos com hepatite crônica, como o intérferon alfa, a lamivudina, o famciclovir, e o adefovir dipivoxil, entre outros. A imunização ativa utilizando as modernas vacinas recombinantes constitui, na atualidade, a arma mais importante no combate à infecção pelo vírus da hepatite B.Hepatitis B constitutes a serious public health problem. It has been estimated that 350 million people - approximately 5% of the world population - have been infected by this virus. Of the people infected, in 90% to 95% of them there will be a spontaneous resolution of the disease. In 5% to 10% of the cases, though, the infection will persist and a chronic hepatitis will develop that may evolve leading, in the end, to liver cirrhosis, liver failure and/or carcinoma of the liver. The diagnosis of the different stages of the disease (i.e., acute, chronic infection is performed using modern serologic techniques. Physicians, more recently, are having access to a series of laboratory tests which permit them to evaluate the viral load, replication of the virus and to testing of the efficacy of new anti-viral drugs. For the treatment of chronic hepatitis B new agents have been tested and some are being

  20. Estudo da incidência de coledocolitíase em pacientes com colecistite calculosa aguda e crônica submetidos à colecistectomia vídeolaparoscópica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidney Moreno Gil

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a incidência da coledocolitiase em pacientes submetidos à colecistectomia laparoscópica, portadores de colecistopatia calculosa aguda e crônica. O presente estudo, também, analisa se a era laparoscópica modificou a incidência e a história natural da litíase da via biliar quando compara os dados da literatura com os índices do Grupo estudado. MÉTODO: O estudo foi realizado em um Grupo de 946 pacientes, distribuídos em Grupo A de 214 pacientes de 1991-1995 e Grupo B de 732 pacientes de 1999-2007 colecistectomizados pelo método laparoscópico. O critério diagnóstico de coledocolitíase foi estabelecido por colangiofluoroscopia de rotina em todas as operações. RESULTADOS: A incidência total de coledocolitiase no Grupo A de 9,8% e no B de 5,8% não mostram diferença estatística significativa entre si e com a literatura mundial (p=0,08.Nos pacientes operados por colecistite aguda também não se observou diferença estatística entre o grupo A e B na incidência de litíase da via biliar( p=0,8. A análise dos dados nos pacientes operados por colecistite crônica revela uma taxa de coledocolitíase menor no Grupo B de 3,7% com significância estatística do que no A de 8,4% p=0,03. CONCLUSÃO: O presente estudo revela uma diminuição expressiva na incidência de coledocolitiase no Grupo B em relação ao A e a literatura mundial quando a indicação cirúrgica ocorre na fase não complicada da doença litiásica biliar. O estudo também demonstra um aumento significativo na indicação da colecistectomia laparoscópica eletiva mais precoce no Grupo B como já observado em diversas publicações da literatura médica.

  1. Inibição da guanilato ciclase pelo azul de metileno no choque circulatório causado por pancreatite aguda necrosante: uma palavra de cuidado embasada em modelo suíno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Floreoto Baldo

    Full Text Available OBJETIVO: estudar o uso terapêutico do bloqueio da guanilato ciclase pelo azul de metileno em um modelo experimental de pancreatite aguda grave em suínos. MÉTODOS: a pancreatite aguda necrotizante foi induzida em porcos anestesiados por infusão ductal pancreática retrógrada de 1ml/kg de taurocolato de sódio a 5% e 8U/kg de enteroquinase. Três grupos foram estudados (n=5: controle (C, pancreatite (PA, "bolus" de azul seguido por pancreatite (AM+PA. Os dados incluíram enzimas séricas e do líquido abdominal, variáveis hemodinâmicas, hemogasometria arterial, volume de líquido abdominal, marcadores inflamatórios plasmáticos, nitrito/nitrato e mieloperoxidase e malondialdeído plasmático. Aplicou-se a análise de variância seguida do pós-teste de Bonferroni (p<0,05. RESULTADOS: os valores de amilase e lipase foram três e dez vezes mais elevados no grupo PA. A atividade da mieloperoxidase foi 50% superior no grupo PA. Os dados hemodinâmicos indicaram choque hipovolêmico precoce seguido de choque cardiogênico. Observou-se grave translocação de líquidos para a cavidade peritoneal. A nitrito/nitrato plasmática permaneceu inalterada. O grupo AM+PA teve aumento de cinco vezes do mieloperoxidase em comparação com o grupo C. CONCLUSÕES: a utilização de azul de metileno em suínos com pancreatite não demonstrou efeitos significativos sobre variáveis hemodinâmicas e inflamatórias. Seu uso terapêutico na pancreatite necro-hemorrágica pode ser inadequado e extremo cuidado deve ser tomado dado o aumento da peroxidação lipídica evidenciado pelo aumento dos valores do malondialdeído.

  2. Fibrilação atrial, infarto agudo do miocárdio e oclusão arterial aguda em paciente jovem com hipertireoidismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabrício Thebit Bortolon

    2009-09-01

    Full Text Available Relato de caso de paciente jovem com hipertireoidismo não diagnosticado, apresentando quadro de fibrilação atrial, infarto agudo do miocárdio e oclusão arterial aguda de perna direita. Submetido à trombólise, embolectomia e iniciado tratamento para hipertireoidismo com tapazol. A evolução foi satisfatória, com reversão da alteração eletrocardiográfica isquêmica, melhora dos sintomas de oclusão arterial, controle do ritmo cardíaco e da função tireoidiana.

  3. Níveis de PCR são maiores em pacientes com síndrome coronariana aguda e supradesnivelamento do segmento ST do que em pacientes sem supradesnivelamento do segmento ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Syed Shahid Habib

    2011-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há grande interesse no uso de proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR-as para avaliação de risco. Altos níveis de PCR-as no início da síndrome coronária aguda (SCA, antes da necrose tecidual, pode ser um marcador substituto para comorbidades cardiovasculares. OBJETIVO: Dessa forma, nosso objetivo foi estudar diferentes medidas de seguimento de níveis de PCR-as em pacientes com SCA e comparar as diferenças entre infarto do miocárdio sem elevação do segmento ST (NSTEMI com pacientes apresentando elevação do segmento ST (STEMI. MÉTODOS: Este é um estudo observacional. Dos 89 pacientes recrutados, 60 apresentavam infarto agudo do miocárdio (IAM. Três níveis seriados de PCR-us, a nível basal na hospitalização antes de 12 horas após inicio dos sintomas, níveis de pico 36-48 horas após hospitalização e níveis de acompanhamento após 4 a 6 semanas foram analisados e comparados entre pacientes com (IAMCSST e sem supradesnivelamento do segmento ST (IAMSSST. RESULTADOS: Pacientes com IAMCSST tinham IMC significantemente mais alta quando comparados com pacientes IAMSSST. Os níveis de creatino quinase fração MB (CK-MB e aspartato aminotransferase (AST eram significantemente mais altos em pacientes com IAMCSST quando comparados com pacientes com IAMSSST (p<0,05. Os níveis de PCR a nível basal e no acompanhamento não diferiram de forma significante entre os dois grupos (p=0,2152 e p=0,4686 respectivamente. Houve uma diferença significante nos níveis de pico de PCR entre os dois grupos. No grupo de pacientes com IAMCSST os níveis foram significantemente mais altos quando comparados aos pacientes com IAMSSST (p=0,0464. CONCLUSÃO: Pacientes com IAMCSST apresentam picos significantemente mais elevados de PCR quando comparados a pacientes IAMSSST. Esses dados sugerem que o processo inflamatório tem um papel independente na patogênese do infarto do miocárdio. Dessa forma, os níveis de PCR podem ajudar na

  4. Anti-HBs levels among children and adolescents with complete immunization schedule against hepatitis B virus. A cross-sectional study in Blumenau, State of Santa Catarina, Brazil, 2007-2008 Níveis de anti-HBs entre crianças e adolescentes com o esquema completo de imunização contra o vírus da hepatite B. Um estudo transversal em Blumenau, Estado de Santa Catarina, 2007-2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa do Livramento

    2011-08-01

    Full Text Available INTRODUCTION: Vaccination is the main tool for preventing hepatitis B virus (HBV infection; however, following the completion of the vaccination series, the concentrations of anti-HBs can decline over the years and reach levels less than 10mIU/mL. The persistence of protection in these individuals is still unknown. The present study aimed to determine the anti-HBs antibody levels among children and adolescents who had received a complete vaccination course for hepatitis B. METHODS: Antibodies against HBV surface antigen (anti-HBs were tested in 371 individuals aged 10 to 15 years-old. RESULTS: Volunteers who showed undetectable quantities of anti-HBs accounted for 10.2% of the population studied and 39.9% presented antibody titers of less than 10mIU/mL. Anti-HBs > 10mIU/mL were verified in 49.9%. CONCLUSIONS: These results corroborate other studies indicating levels of anti-HBs below 10mIU/mL in vaccinated individuals. Additional studies are required to assess whether this indicates susceptibility to HBV infection and the need and age for booster doses.INTRODUÇÃO: A vacinação é o principal instrumento para prevenir a infecção pelo vírus da hepatite B. Todavia, após a conclusão da série de vacinação, as concentrações de anti-HBs podem diminuir ao longo dos anos e atingir níveis inferiores a 10mUI/mL. A persistência da proteção nestes indivíduos ainda é desconhecida. O presente estudo objetivou determinar os níveis do anticorpo anti-HBs em crianças e adolescentes que receberam o esquema completo de vacinação para a hepatite B. MÉTODOS: O anticorpo para o antígeno de superfície do vírus da hepatite B (anti-HBs foi testado em 371 indivíduos com idade entre 10-15 anos. RESULTADOS: Os voluntários que apresentaram quantidades indetectáveis de anti-HBs corresponderam a 10,2% da população estudada, e 39,9% apresentaram títulos do anticorpo inferiores a 10mUI/mL. Anti-HBs > 10mUI/mL foi verificado em 49,9%. CONCLUS

  5. Perfil etiológico das diarréias agudas de crianças atendidas em São Paulo Etiologic profile of acute diarrhea in children in the city of São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eloisa C. Souza

    2002-02-01

    Full Text Available Objetivo: determinar o perfil etiológico das diarréias agudas de um grupo de crianças de baixo nível socioeconômico atendidas em um serviço regional de pronto-atendimento pediátrico. Método: durante dois anos, as crianças com diarréia aguda atendidas durante um horário pré-estabelecido do dia e da semana foram incluídas no estudo. Os outros critérios seletivos eram: a idade inferior a 5 anos; b não utilização de antibiótico no mês precedente; c ausência de viagem para fora da cidade no mês precedente. Foram pesquisados nas fezes: a rotavírus (imunofluorescência e contra-imunoeletroforese; b bactérias - cultura em ágar MacConkey, ágar SS, ágar Columbia, verde brilhante, soroaglutinação, detecção de toxinas - INV, LT,ST,SLT I, SLT II, teste de Séreny, detecção de fatores de virulência -- EAF, eae ,BFP; c protozoários (Hoffman e Faust. No mesmo período, um grupo controle sem diarréia foi também avaliado para os mesmos patógenos fecais. Resultados: no período de março de 1994 a junho de 1996, foram selecionadas para o estudo 154 crianças com diarréia aguda (GDA e 42 crianças sem diarréia (GSDA. Foram detectados agentes enteropatogênicos em 112 casos (72,8% do GDA, e em 9 (21,5% do GSDA. A associação de dois ou mais enteropatógenos ocorreu em 47 (30,5% casos do GDA, e em 3 (7,1% do GSDA. Os patógenos encontrados por caso, do GDA, foram: rotavírus 32 (20,8%, bactérias 53 (34,4%, ambos 25 (16,2%, e 2 (1,4% com Giardia lamblia (em um caso associada a rotavírus e noutro à bactéria. No GSDA, foram detectadas bactérias em 8 casos (19,1%, e bactéria associada à Giardia lamblia em 1 (2,4% caso. Das 105 bactérias isoladas no GDA, 90 eram Escherichia coli (EPEC 27, DAEC 24, ETEC 21, EAEC 18, 12 eram Shigella sp, 2 eram Salmonella sp, e uma era Yersinia sp. As crianças com infecção mista - viral e bacteriana - apresentaram maior ocorrência de vômitos repetidos, desidratação e interna

  6. Provável extrusão de núcleo pulposo aguda e não compressiva em um cão: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G.G. Franco

    Full Text Available RESUMO A extrusão discal aguda e não compressiva é caracterizada pela extrusão de caráter agudo/hiperagudo e não compressivo do núcleo pulposo de um disco intervertebral não degenerado. Pode ser chamada de hérnia de disco de baixo volume e alta velocidade ou explosões discais e geralmente está associado a exercícios intensos ou episódios traumáticos. O núcleo pulposo é fortemente forçado através de uma pequena fissura no ânulo fibroso dorsal, provocando uma contusão espinhal. Este relato tem como objetivo apresentar um caso de provável extrusão aguda de núcleo pulposo não compressiva. Foi atendido um cão macho, três anos e seis meses de idade, maltês, pesando 4,1kg. Como queixa principal, o proprietário relatou dificuldade locomotora e dor à manipulação há um dia, sem histórico de trauma. Foi constatada paraparesia não ambulatória de início agudo com ausência de propriocepção e dor superficial em membros pélvicos e dor à palpação epaxial da coluna toracolombar. A ressonância magnética (RM evidenciou extensa área de hipersinal em segmento toracolombar da medula espinhal, sem sinais de compressão medular e de atenuação da intensidade do núcleo pulposo do disco intervertebral L1-L2. Foi feito diagnóstico presuntivo de mielopatia focal não compressiva com edema medular de todo segmento toracolombar, característico de uma extrusão aguda de núcleo pulposo não compressiva. Foi prescrito tratamento com anti-inflamatório esteroidal, analgésico, repouso absoluto e protocolo de reabilitação com acupuntura e fisioterapia. Após sete dias de tratamento, o animal recuperou a sensibilidade dolorosa superficial em membros pélvicos e evoluiu para paraparesia ambulatória. Os resultados deste relato sugerem que a RM pode ser útil para fazer um diagnóstico presuntivo em cães com histórico e sinais clínicos compatíveis. Além disso, o tratamento conservativo em extrusões discais não compressivas

  7. O óbito em crianças com diarréia aguda e choque em UTI Risk factors of death in children with diarrhea and shock admitted to the intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo B. Brandão

    2005-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Descrever características clínicas e epidemiológicas de crianças com diarréia aguda e choque, admitidas em unidade de terapia intensiva pediátrica, e comparar a evolução clínica entre os grupos óbito e sobrevida, identificando fatores associados ao óbito. MÉTODOS: Estudo descritivo, retrospectivo, não controlado, no período de fevereiro de 1994 a janeiro de 1998. Os dados epidemiológicos e clínico-evolutivos dos pacientes foram analisados e os grupos de pacientes com sobrevida e com óbito foram comparados. O teste Qui-quadrado foi utilizado para variáveis contínuas, e o teste exato de Fisher para as variáveis categóricas (valores menores que cinco. RESULTADOS: Foram admitidas 71 crianças, com idade entre 0,4 e 13,9 meses. Evoluíram para óbito 15. Baixo peso de nascimento foi encontrado em 18,1% dos pacientes, tempo médio de aleitamento materno de 1,1 mês e de internação de 5,6 dias. Receberam antibióticos 93% das crianças. Necessitaram de ventilação pulmonar mecânica 52/71 crianças, uso de drogas vasoativas 23/70 e uso de bicarbonato de sódio 15/71; estas variáveis estiveram associadas com maior risco de óbito, na análise univariada. No modelo multivariado, permaneceram como significantes o parâmetro droga vasoativa (OR=18,56 e idade menor que três meses (OR=0,10. CONCLUSÕES: A diarréia aguda e choque ocorreram principalmente em crianças com menos de três meses de idade, com apresentação clínica e laboratorial de gravidade. Na evolução clínica, a utilização de terapia de suporte em paciente crítico esteve associada ao óbito, com destaque para o uso de droga vasoativa.BACKGROUND: Describe clinical and epidemiological characteristics of pediatric patients diagnosed with acute diarrhea and shock, admitted to the pediatric intensive care unit, in order to compare the evolution of clinical data between the survival and non-survival groups, thereby identifying the risk factors of death

  8. Eficácia e segurança da vacina brasileira contra hepatite B em recém-nascidos Eficiencia y seguridad de la vacuna brasilera contra hepatitis B en recién-nacidos Efficacy and safety of the Brazilian vaccine against Hepatitis B in newborns

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Expedito José de Albuquerque Luna

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a eficácia e segurança de vacina recombinante contra hepatite B em recém-nascidos. MÉTODOS: O estudo foi conduzido em hospital geral do município de Guarulhos, SP, entre 2002 e 2005. A vacina recombinante contra hepatite B do Instituto Butantan (VrHB-IB foi analisada em dois ensaios clínicos. Em ambos os ensaios, os recém-nascidos foram alocados aleatoriamente ao grupo experimental ou controle (vacina de referência. Os recém-nascidos receberam três doses das vacinas, uma em até 24 h após o nascimento e as subseqüentes 30 e 180 dias após. No primeiro ensaio 538 recém-nascidos completaram o protocolo e no segundo ensaio, 486. Considerou-se critério de equivalência a diferença na soroproteção inferior a 5%. RESULTADOS: A soroproteção no primeiro ensaio (anti HBs > 10mUI/ml foi de 92,5% (247/267 no grupo experimental, comparada a 98,5% (267/271 no grupo controle (p = 0,001. Com este resultado, a VrHB-IB não atingiu o critério de equivalência estabelecido. Após o aumento da concentração de antígeno na vacina para 25¼g, a soroproteção no segundo ensaio foi de 100% no grupo experimental e 99,2% no grupo controle. Nenhum evento adverso grave foi registrado. CONCLUSÕES: A vacina VrHB-IB modificada foi considerada equivalente à vacina de referência e seu uso recomendado à vacinação de recém-nascidos.OBJETIVO: Analizar la eficiencia y seguridad de vacuna recombinante contra hepatitis B en recién-nacidos. MÉTODOS: El estudio fue conducido en hospital general del municipio de Guarulhos, Sureste de Brasil, entre 2002 y 2005. La vacuna recombinante contra hepatitis B del Instituto Butantan (VrHB-IB fue analizada en dos ensayos clínicos. En ambos ensayos, los recién-nacidos fueron distribuidos aleatoriamente en el grupo experimental o control (vacuna de referencia. Los recién-nacidos recibieron tres dosis de las vacunas, una en máximo 24 h posterior al nacimiento y las subsecuentes 30 y 180 d

  9. Seroprevalence for hepatitis E virus (HEV infection among volunteer blood donors of the Regional Blood Bank of Londrina, State of Paraná , Brazil Soroprevalência da infecção pelo virus da hepatite E (VHE em candidatos a doadores de sangue voluntários do Hemocentro Regional de Londrina, Londrina, Estado do Paraná, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luiz Bortoliero

    2006-04-01

    Full Text Available A cross-sectional study was carried out among 996 volunteer blood donors enrolled from May 1999 to December 1999 to determine the seroprevalence of hepatitis E virus (HEV infection among volunteer blood donors of the Regional Blood Bank of Londrina, State of Paraná, Brazil, and to evaluate whether the rate of seroprevalence of IgG anti-HEV antibodies is associated with sociodemographic variables and with seropositivity for hepatitis A virus (HAV infection. All participants answered the questionnaire regarding the sociodemographic characterisitcs. Serum samples were tested for IgG antibodies to HEV (anti-HEV by an enzyme linked immunoassay (ELISA. All serum samples positive for anti-HEV IgG and 237 serum samples negative for anti-HEV were also assayed for IgG anti-HAV antibodies by ELISA. Anti-HEV IgG was confirmed in 23/996 samples, resulting in a seroprevalence of 2.3% for HEV infection, similar to previous results obtained in developed countries. No significant association was found between the presence of anti-HEV IgG antibodies and the sociodemographic variables including gender, age, educational level, rural or urban areas, source of water, and sewer system (p > 0.05. Also, no association with seropositivity for anti-HAV IgG antibodies was observed (p > 0.05. Although this study revealed a low seroprevalence of HEV infection in the population evaluated, the results showed that this virus is circulating among the population from Londrina, South Brazil, and point out the need of further studies to define the clinical and epidemiological importance of HEV infection and to identify additional risk factors involved in the epidemiology and pathogenesis of this infection in this population.Os objetivos do estudo foram determinar a soroprevalência da infecção pelo vírus da hepatite E (VHE em candidatos a doadores de sangue voluntários do Hemocentro Regional de Londrina, Paraná, e avaliar se essa soroprevalência está associada com vari

  10. Excesso de peso em crianças e adolescentes sobreviventes de leucemia linfoide aguda: estudo de coorte Excessive weight in children and adolescents surviving acute lymphoid leukemia: a cohort study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Guilherme B. Alves

    2009-01-01

    Full Text Available A leucemia linfoide aguda (LLA é a neoplasia maligna mais comum na infância. A taxa de cura é hoje em torno de 80% e entre os sobreviventes tem sido descrito um aumento de risco de obesidade. Entretanto, não há estudos sobre esse risco em países em desenvolvimento, especialmente naqueles que atravessam um momento de transição nutricional, como o Brasil. O objetivo do estudo foi verificar a frequência de excesso de peso em crianças e adolescentes sobreviventes de leucemia linfoide aguda. Foi realizado um estudo de coorte retrospectivo com 101 crianças e 19 adolescentes sobreviventes de leucemia linfoide aguda. Todos esses pacientes foram tratados no Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP, entre os anos de 1998 e 2002. O seguimento foi de quatro anos e meio, sendo o índice de massa corpórea (IMC calculado no momento do diagnóstico, ao final de tratamento e dois anos após o término da terapia. A idade média do diagnóstico foi de 4,6 (2,1 anos nas crianças e de 12,2 (1,9 anos nos adolescentes. O tempo de tratamento foi de 2,6 (1,0 anos. O IMC aumentou de 16,1 (2,3 para 19,1 (3,5 após o tratamento; pAcute lymphoblastic leukemia (ALL is the most common malignancy of childhood. The cure rate is now about 80% but an increased risk for obesity has been described among survivors. Even so there are no studies reporting this risk in developing countries especially in countries in which the problem of dietary deficiency is rapidly shifting to one of dietary excess. The purpose of this study was to assess the frequency of excessive weight in child and teenage survivors of ALL. A retrospective cohort study was carried out of 101 children and 19 adolescents diagnosed and treated for ALL between 1998 and 2002 in the Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP. The body mass index (BMI was calculated at the time of diagnosis, at the end of therapy and two years later. The mean age at diagnosis was 4.6 (

  11. Resposta de fase aguda e níveis séricos de magnésio em pacientes hospitalizados

    OpenAIRE

    Cunha,D. F. da; Bianco,M. de P.; Lenza,R. da M.; Cunha,S. F. de C. da

    1999-01-01

    OBJETIVO: A resposta de fase aguda (RFA), caracteriza-se por proteólise, com hipotrofia da massa celular corporal, hiperglicemia, retenção hídrica e disfunção renal, fenômenos que potencialmente afetam os níveis de magnésio (Mg++) sérico. O objetivo do estudo foi comparar os níveis séricos de Mg++ entre pacientes hospitalizados, com ou sem RFA. MÉTODOS: Obteve-se um banco de dados do mainframe do Hospital-Escola contendo informações sobre dosagens bioquímicas simultâneas de creatinina, glicos...

  12. A administração aguda de cafeína previne o comprometimento da memória pela escopolamina em camundongos adultos

    OpenAIRE

    Paulo Henrique Saldanha Botton

    2011-01-01

    A cafeína é a substância psicoestimulante mais consumida no mundo todo. Muitos estudos já foram realizados avaliando os seus benefícios sobre as funções cognitivas. Algumas evidências sugerem a participação do sistema colinérgico nos efeitos da cafeína, mas os estudos ainda são incipientes. O objetivo desse estudo foi verificar os efeitos da administração aguda de cafeína frente ao bloqueio dos receptores colinérgicos muscarínicos pela administração do antagonista não-seletivo escopolamina. C...

  13. Uso do escore prognóstico APACHE II e ATN-ISS em insuficiência renal aguda tratada dentro e fora da unidade de terapia intensiva

    OpenAIRE

    Fernandes,Natáia Maria da Silva; Pinto,Patrícia dos Santos; Lacet,Thiago Bento de Paiva; Rodrigues,Dominique Fonseca; Bastos,Marcus Gomes; Stella,Sérgio Reinaldo; Cendoroglo Neto,Miguel

    2009-01-01

    INTRODUÇÃO: A insuficiência renal aguda (IRA) mantém alta prevalência, morbidade e mortalidade. OBJETIVO: Comparar o uso do escore prognóstico APACHE II com o ATN-ISS e determinar se o APACHE II pode ser utilizado para pacientes com IRA, fora da UTI. MÉTODOS: Coorte prospectiva, 205 pacientes com IRA. Analisamos dados demográficos, condições pré-existentes, falência de órgãos e características da IRA. Os escores prognósticos foram realizados no dia da avaliação do nefrologista. RESULTADOS: A ...

  14. Estudo epidemiológico e avaliação de fatores de risco da infecção por Toxoplasma gondii e achados clinico-patológicos da infecção aguda em cães admitidos em um Hospital Escola Veterinário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelita D. Strital

    Full Text Available RESUMO: Esse trabalho teve como objetivo estudar a prevalência e respectivos fatores de risco para infecção do Toxoplasma gondii em cães provenientes de uma população hospitalar. Além disso, avaliou-se as taxas de ocorrência e as repercussões clínico-patológicas da infecção aguda pelo T. gondii nesses animais. Anticorpos foram detectados em 7% (26/386 da população estudada, composta de 386 cães de ambos os sexos e diferentes raças e idades. Somente as variáveis, ingestão de vísceras, origem rural e contato com bovinos apresentaram valores significativos com p<0.05. Adicionalmente os cães de origem rural apresentaram maiores risco (OD=7.00 de infecção do que aqueles de origem urbana. Em 6,5% (25/386 foram detectados títulos de contato (entre 16 e 256; esses títulos não significam necessariamente infecção aguda e sim apenas exposição prévia. É de fundamental importância o reconhecimento da infecção prévia por T. gondii nesses pacientes hospitalares. Dependendo da causa da admissão, mesmo não sendo a toxoplasmose a responsável, o paciente deve receber o tratamento anti-protozoário profilaticamente ou ser monitorado para posterior tratamento em caso de reagudização da enfermidade por recrudescência dos bradizoítos encistados. Apenas um animal (3.44%, 1/386 foi admitido com titulação elevada, o qual pode ser sugestivo de infecção aguda (titulo de 4096. Embora o animal com infecção aguda tenha sido apresentado com sinais neurológicos, cautela é necessária para não extrapolar uma falsa interpretação que a toxoplasmose é a grande responsável por quadros neurológico, uma vez que inúmeros outros casos incluídos nesse estudo tinham manifestações neurológicas e não tinham títulos de infecção aguda, nem mesmo título de contato prévio. A toxoplasmose aguda não foi uma afecção clínica expressiva nessa ambiência hospitalar, no entanto diagnóstico diferencial deve ser feito nos pacientes

  15. Evolução clínica de pacientes com insuficiência renal aguda em unidade de terapia intensiva Evolución clínica de pacientes con insuficiencia renal aguda en la unidad de cuidados intensivos The clinical outcome of patients with acute renal failure in intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucienne Dalla Bernardina

    2008-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a evolução clínica de pacientes com insuficiência renal aguda (IRA submetidos a tratamento dialítico e não-dialítico na UTI. MÉTODOS: Estudo prospectivo onde foram incluídos pacientes com idade maior que 18 anos e com creatinina sérica > 1,5 mg/dl. Os pacientes foram divididos em grupo dialítico e não-dialítico. RESULTADOS: Dos 70 pacientes incluídos 19 (27,1% foram do grupo dialítico e 51 (72,9% do grupo não-dialítico. A taxa de mortalidade foi de 42,1% no grupo dialítico e de 33,3% no grupo não-dialítico (pOBJETIVO: Evaluar la evolución clínica de pacientes con insuficiencia renal aguda (IRA sometidos a tratamiento dialítico y no-dialítico en la UCI. MÉTODOS: Se trata de un estudio prospectivo donde fueron incluídos pacientes mayores de 18 años y con creatinina sérica > 1,5 mg/dl. Los pacientes fueron divididos en grupo dialítico y no-dialítico. RESULTADOS: De los 70 pacientes incluídos 19 (27,1% fueron del grupo dialítico y 51 (72,9% del grupo no-dialítico. La tasa de mortalidad fue del 42,1% en el grupo dialítico y del 33,3% en el grupo no-dialítico (pOBJECTIVE:To evaluate the clinical outcome of acute renal failure (ARF patients when submitted to dialysis and non-dialysis treatments in ICU. METHODS: this prospective study included patients over 18 years of age and serum creatinine of >1.5 mg/dl. The patients were included in dialysis and non-dialysis groups. RESULTS: The study included 70 patients, 19 (27.1% comprised the dialysis group and 51 (72.9% the non-dialysis group. In the dialysis group, mortality rate was 42.1% and in the non-dialysis group was 33.3% (p<0.58. CONCLUSION: There were multifactors of ARF in ICU, but ARF is not the single cause for the high mortality rate in ICU patients.

  16. Aspergillosis in immunocompromised children acute myeloid leukemia and bone marrow aplasia.: Report of two cases Aspergilose em crianças imunocomprometidas com leucemia mielóide aguda e aplasta de medula óssea: Registro de 2 casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Zilda de Aquino

    1994-10-01

    Full Text Available Two cases of Aspergillosis in immunocompromised children are reported. Both were caused by Aspergillns flavus. Early diagnosis and treatment led to the remission of the process. One patient had acute myeloid leukemia; the fungus was isolated from the blood. The other patient with bone marrow aplasia, presented an invasive aspergillosis of the paranasal sinuses with dissemination of fungal infection; the diagnosis was obtained by histology and culture of biopsied tissue from a palatal ulceration.No presente trabalho são registrados dois casos de aspergilose em crianças imunocomprometidas. O estudo micológico completo identificou Aspergillus flavus como agente dos dois processos. A presença cada vez mais frequente da aspergilose invasiva deve-se ao número crescente de pacientes imunocomprometidos, muitos com hemopatias graves submetidos à quimioterapia. O diagnóstico precoce em um dos casos possibilitou remissão do processo. Tratava-se de paciente com leucemia mielóide aguda, tendo sido isolado o fungo do sangue circulante. O segundo caso evoluiu para óbito, com infecção fúngica generalizada.

  17. Imunoblot como teste suplementar para detecção de anticorpos contra o vírus da hepatite C em doadores de sangue Immunoblot as a supplemental test to detect antibodies to hepatitis C virus in blood donors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco José Dutra Souto

    2002-02-01

    Full Text Available Testes suplementares para melhorar a especificidade do anti-VHC por ELISA nos bancos de sangue não são oficialmente recomendados no Brasil. No intuito de avaliar a taxa de falso-positivos, 70 doadores com transaminases normais e anti-VHC por ELISA foram submetidos a imunoblot de 3ª geração no Hemocentro de Mato Grosso, que não dispõe da técnica da reação de cadeia de polimerase. O teste confirmou o anti-VHC em 44 (62,9%, sendo negativo em 22 (31,4% e indeterminado em 4 (5,7%. Confirmação pelo imunoblot ajuda a identificar os testes ELISA que são falso-positivos, tranqüilizando o grande contingente de doadores nessa situação e separando os que necessitam de acompanhamento médico. Com esse objetivo, sugere-se que o imunoblot poderia ser útil nos bancos de sangue brasileiros que não contam com técnicas de Biologia Molecular.Supplemental tests using Immunoblot are recommended to improve specificity of anti-HCV by ELISA. In Brazil immunoblot is not officially recommended. Aiming to identify EIA false-positive rate 70 positive EIA anti-HCV blood donors were submitted to 3rd generation immunoblot at Hemocentro of Mato Grosso State where polymerase chain reaction tests are not performed. There were 44 (62.9% immunoblot-positive, 22 (31.4% negative and 4 (5.7% indeterminate. Anti-HCV immunoblot can distinguish blood donors with false-positive ELISA from those who need medical assessment. Our data suggest that immunoblot could be useful in Brazilian blood banks where molecular biology tests are not available.

  18. Influence of human t-cell lymphotropic virus type 1 (HTLV-1 Infection on laboratory parameters of patients with chronic hepatitis C virus Influência da infecção pelo vírus linfotrópico humano tipo 1 (HTLV-1 em parâmetros laboratoriais de pacientes com hepatite C crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Fernandes Cardoso

    2009-12-01

    Full Text Available Hepatitis C virus (HCV and human T-cell lymphotropic virus type 1 (HTLV-1 share routes of transmission and some individuals have dual infection. Although some studies point to a worse prognosis of hepatitis C virus in patients co-infected with HTLV-1, the interaction between these two infections is poorly understood. This study evaluated the influence of HTLV-1 infection on laboratory parameters in chronic HCV patients. Twelve HTLV-1/HCV-coinfected patients were compared to 23 patients infected only with HCV, in regard to demographic data, risk factors for viral acquisition, HCV genotype, presence of cirrhosis, T CD4+ and CD8+ cell counts and liver function tests. There was no difference in regard to age, gender, alcohol consumption, smoking habits, HCV genotype or presence of cirrhosis between the groups. Intravenous drug use was the most common risk factor among individuals co-infected with HTLV-1. These patients showed higher TCD8+ counts (p = 0.0159 and significantly lower median values of AST and ALT (p = 0.0437 and 0.0159, respectively. In conclusion, we have shown that HCV/HTLV-1 co-infected patients differs in laboratorial parameters involving both liver and immunological patterns. The meaning of these interactions in the natural history of these infections is a matter that deserves further studies.O vírus da hepatite C (VHC e vírus linfotrópico humano tipo 1 (HTLV-1 compartilham formas de transmissão e algumas pessoas apresentam coinfecção. Embora alguns estudos apontem para um pior prognóstico da infecção pelo VHC em pacientes coinfectados com HTLV-1, a interação entre estas infecções é mal compreendida. Este estudo avaliou a influência da infecção pelo HTLV-1 em parâmetros laboratoriais de pacientes com VHC. 12 coinfectados VHC/HTLV-1 foram comparados com 23 pacientes monoinfectados com VHC, no que diz respeito aos dados demográficos, fatores de risco para aquisição viral, genótipo do VHC, presença de cirrose

  19. Efeito vasomotor após intoxicação aguda com bupivacaína e levobupivacaína via intraperitoneal em ratos, analisado por imagem infravermelha digital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelo Manoel Grande Carstens

    2011-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O estudo do efeito vasomotor dos anestésicos locais (AL é de suma importância para a análise da ocorrência de efeitos cardiotóxicos, neurotóxicos e interações medicamentosas. Com a finalidade de encontrar um fármaco mais seguro do que a bupivacaína racêmica, o presente estudo teve por objetivo a análise por imagem infravermelha digital do efeito vasomotor da intoxicação aguda da bupivacaína e da levobupivacaína via intraperitoneal em ratos. MÉTODO: Utilizaram-se 30 ratos machos da linhagem Wistar, alocados em três grupos (n = 10 e submetidos a uma injeção intraperitoneal de AL. No Grupo C (Controle, foi realizada injeção intraperitoneal de soro fisiológico 0,9% 1 mL. No Grupo B (bupivacaína, injeção intraperitoneal de bupivacaína racêmica a 0,5% (R50-S50, dose de 20 mg.kg-1 de peso. No Grupo L (levobupivacaína, injeção intraperitoneal de levobupivacaína a 0,5%, excesso enantiomérico (S75-R25 em dose de 20 mg.kg-1 de peso. Procedeu-se à filmagem termográfica contínua desde o momento da pré-injeção até 30 minutos após a injeção. Os resultados das filmagens foram analisados em forma gráfica, verificando-se a temperatura máxima de cada rato e a temperatura média do sistema que abrigava o animal. RESULTADOS: Os resultados da análise gráfica revelaram que não houve diferença entre o Grupo L e o Grupo C, e a temperatura média permaneceu estável durante todo o experimento em ambos os grupos. No Grupo B, houve um fenômeno de aumento de temperatura após a injeção intraperitoneal de bupivacaína. CONCLUSÕES: Os resultados demonstraram que o efeito vasomotor da toxicidade aguda da levobupivacaína foi semelhante ao Grupo C com soro fisiológico, por meio de estudos macroscópicos por filmagem digital infravermelha, e que houve alterações vasomotoras (vasoconstrição com a intoxicação por bupivacaína em relação ao Grupo C e em relação ao Grupo L.

  20. Sinvastatina e lesão renal aguda isquêmica em ratos Simvastatina y lesión renal aguda isquémica en ratas Simvastatin and acute ischemic renal injury in rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Akemi Shibuya Teshima

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: O estudo visou verificar a ação renoprotetora da sinvastatina em modelo animal de isquemia/reperfusão por 30 minutos. MÉTODOS: A isquemia foi obtida por meio do clampeamento dos pedículos renais bilaterais por 30 minutos, seguida de reperfusão. Ratos Wistar, machos foram usados pesando entre 250-300g, distribuídos nos seguintes grupos: SHAM (controle, sem clampeamento renal; Isquemia (isquemia renal por 30 minutos; Isquemia+Estatina (sinvastatina 0,5 mg/kg, via oral durante três dias. A função renal (clearance de creatinina, método de Jaffé, a osmolalidade urinária, os peróxidos urinários foram avaliados. RESULTADOS: Os resultados mostraram que a estatina melhorou a função renal, a osmolalidade urinária e reduziu a excreção de PU. CONCLUSÃO: Em síntese, o estudo confirmou o efeito renoprotetor da estatina, com ação antioxidante de proteção renal.OBJETIVOS: El estudio tuvo como objetivo verificar la acción renoprotectora de la simvastatina en modelo animal de isquemia/reperfusión por 30 minutos. MÉTODOS: La isquemia se obtuvo por medio del pinzamiento de los pedículos renales bilaterales por 30 minutos, seguida de la reperfusión. Fueron usadas ratas Wistar, machos que pesaban entre 250-300g, distribuidos en los siguientes grupos: SHAM (control, sin pinzamiento renal; Isquemia (isquemia renal por 30 minutos; Isquemia+Estatina (simvastatina 0,5 mg/kg, via oral durante tres días. Fueron evaluadas la función renal (clearance de creatinina, método de Jaffé, la osmolaridad urinaria y los peróxidos urinarios. RESULTADOS: Los resultados mostraron que la estatina mejoró la función renal, la osmolaridad urinaria y redujo la excreción de PU. CONCLUSIÓN: En síntesis, el estudio confirmó el efecto renoprotector de la estatina, con acción antioxidante de protección renal.OBJECTIVES: The study aimed to verify the protective renal action of simvastatin in an animal model of ischemia / reperfusion for 30

  1. Alterações histopatológicas pulmonares em pacientes com insuficiência respiratória aguda: um estudo em autopsias Pulmonary histopathological alterations in patients with acute respiratory failure: an autopsy study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre de Matos Soeiro

    2008-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Apresentar alterações histopatológicas pulmonares encontradas em autopsias de pacientes falecidos por insuficiência respiratória aguda (IRA e verificar se doenças de base e específicos fatores de risco associados aumentam a incidência dessas alterações. MÉTODOS: Foram revisados laudos finais de autopsias e selecionadas 3.030 autopsias de pacientes > 1 ano de idade, com infiltrado pulmonar radiológico, portadores de doença de base e fatores de risco associados, que morreram por alterações pulmonares decorrentes de IRA. RESULTADOS: As principais alterações histopatológicas pulmonares causadoras de morte imediata foram: dano alveolar difuso (DAD; edema pulmonar; pneumonia intersticial linfocítica (PIL e hemorragia alveolar. As principais doenças de base encontradas foram: AIDS; broncopneumonia; sepse; cirrose hepática; tromboembolismo pulmonar; infarto agudo do miocárdio (IAM; acidente vascular cerebral; tuberculose; câncer; insuficiência renal crônica e leucemia. Os principais fatores de risco associados foram: idade > 50 anos; hipertensão arterial; insuficiência cardíaca congestiva; doença pulmonar obstrutiva crônica e diabetes mellitus. Pacientes com esses fatores de risco e AIDS apresentaram alta probabilidade de desenvolver PIL; pacientes com esses mesmos fatores, de desenvolver DAD, se portadores de sepse ou cirrose hepática; pacientes com tromboembolismo e os mesmos fatores de risco, de desenvolver hemorragia alveolar; pacientes com esses fatores de risco e IAM, de desenvolver edema pulmonar. CONCLUSÕES: Os achados pulmonares em pacientes com óbito por IRA apresentaram quatro padrões histopatológicos: DAD, edema pulmonar, PIL e hemorragia alveolar. Doenças de base e específicos fatores de risco associados correlacionaram-se positivamente com determinados padrões histopatológicos detectados à autópsia.OBJECTIVE: To present the pulmonary histopathological alterations found in the autopsies of

  2. Análise da atividade da enzima conversora da angiotensina na hipertrofia aguda do ventrículo direito em modelo experimental de estenose endovascular ajustável do tronco pulmonar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    RABELLO Renato Rocha

    2001-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A bandagem do tronco pulmonar (TP tem sido aplicada para treinamento do ventrículo esquerdo (VE em pacientes portadores de transposição das grandes artérias (TGA com septo íntegro. Este procedimento, além de apresentar alta morbi-mortalidade, pode ocasionar alterações da função ventricular a longo prazo. Com o objetivo de analisar a hipertrofia aguda do ventrículo direito (VD, foi implantado um cateter balão no TP de seis cabritos jovens. MATERIAL E MÉTODOS: A sobrecarga sistólica foi aplicada através de insuflações progressivas do balão, durante 96 horas. Esta hipertrofia foi acompanhada por medidas hemodinâmicas diárias, através de cateteres implantados na aorta, VD e TP, além de ecocardiogramas seriados a cada 24 horas, com medidas das espessuras do septo interventricular e dos ventrículos. Ao final das 96 horas, os animais foram mortos para remoção dos corações. Os ventrículos e o septo foram pesados separadamente. Foram colhidas biópsias musculares de cada câmara para análise da atividade da enzima conversora da angiotensina (ECA. Oito cabritos (idade e peso semelhantes foram utilizados como controle para os pesos dos ventrículos e para a atividade da ECA. RESULTADOS: Observou-se um aumento do gradiente VD/TP (p=0,001, com conseqüente aumento da razão VD/VE (p=0,005 durante o tempo de sobrecarga sistólica. Ao fim do protocolo, a parede livre do VD apresentou aumento de espessura (p=0,002 e, conseqüentemente, um aumento do peso indexado (p=0,002. A análise da atividade da ECA revelou aumento somente no músculo do VD hipertrofiado (p=0,002. CONCLUSÃO: O cateter balão foi eficiente em induzir a hipertrofia aguda do VD através do protocolo utilizado. Conseqüentemente, um aumento expressivo da atividade da ECA está associado ao processo de hipertrofia miocárdica induzida por sobrecarga pressórica.

  3. Diarréia aguda em crianças menores de um ano: subsídios para o delineamento do cuidar Diarrea aguda en niños menores de un año: subsidios para el delineamiento del cuidado Acute diarrhea in lesser Children of one year: subsidies for the delineation of taking care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivonete Vieira Pereira

    2008-06-01

    Full Text Available Estudo quantitativo observacional descritivo, teve como fonte de dados o inquérito epidemiológico, para determinar as razões da elevada prevalência de doenças diarréicas agudas em menores de um ano em Ananindeua, Pará. A amostra foi constituída pelas famílias cadastradas no Programa Saúde da Família. Constatou-se que os fatores sócio-econômico-culturais influenciaram na ocorrência de diarréia, pois quanto menores a idade da mãe e a escolaridade maior a prevalência da doença. Esta população vive em área de ocupação, sem saneamento básico, com lixo e dejetos a céu aberto, estando abaixo da linha de pobreza. Quanto ao desmame precoce, observou-se introdução de água e chás nos primeiros 15 dias e de leite artificial no primeiro mês, havendo resistência para utilizar soro oral. Realizavam tratamento caseiro. Conclui-se que, além da reversão dos fatores estruturais, é necessário incluir questões culturais, educativas para uma política pública de cuidar.El estudio es cuantitativo del tipo observacional descriptivo tuvo como fuente de datos la pesquisa epidemiológica, para determinar las razones del elevado predominio de enfermedades diarreicas agudas en menores de un año en Ananindeua, Pará. La muestra fue constituida por las familias registradas en el Programa Salud de la Familia. Los factores socioeconómicos y culturales determinaron la presencia de diarrea, ya que cuanto menor la edad de la madre y la escolaridad mayor fue el predominio de diarrea. Esta población vive en área de ocupación, sin saneamiento básico, con basura y desechos al aire libre, estando abajo de la línea de pobreza. En cuanto a la precoz suspensión de amamantar, se observa la introducción de agua, en los primeros 15 días y leche artificial en el primer mes, teniendo resistencia para utilizar el suero oral y tratamientos llevados por los vigilantes. Se concluye que además de reversión de los factores estructurales, es necesario

  4. Insuficiencia respiratoria aguda

    OpenAIRE

    Gutiérrez Muñoz, Fernando R.

    2010-01-01

    La función respiratoria básica es el intercambio gaseoso de oxígeno y dióxido carbono; lo que implica un perfecto equilibrio y control entre los componentes del sistema respiratorio. a insuficiencia respiratoria aguda (IRA) es la incapacidad del sistema respiratorio de cumplir su función básica, que es el intercambio gaseoso de oxígeno y dióxido de carbono. Basic respiratory function is gas exchange of oxygen and carbon dioxide, which implies a perfect balance and control between the compo...

  5. Notas sobre apendicitis aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martín Méndez S.

    1933-04-01

    apendicitis aguda y sin embargo, es necesario decirlo claro, nada hay tan complicado y en ocasiones tan oscuro. Sin duda, a medida que los conocimientos clínicos se extienden, se va iluminando el campo, antes inexplorado, de la cirugía apendicular, y hoy día casi todos los médicos y cirujanos tienen un criterio científico muy bien formado para lograr hacer un buen diagnóstico y aconsejar o llevar a cabo una intervención quirúrgica.

  6. Gingivitis ulceronecrosante aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo de la Teja-Ángeles

    2015-11-01

    Full Text Available La gingivitis ulcerativa necrosante, conocida por sus siglas en inglés como GUN (anteriormente se le conocía como enfermedad de Vincent o “boca de trinchera” por afectar a soldados en guerra, es una enfermedad poco frecuente.1-6 Se caracteriza por ser una infección aguda y dolorosa en la que las encías sangran, hay necrosis de las papilas interdentales y ataque al estado general.

  7. Diagnosis of hepatitis C virus in Brazilian blood donors using a reverse transcriptase nested polymerase chain reaction: comparison with enzyme immunoassay and recombinant protein immunoblot assay Diagnóstico da hepatite por vírus C em doadores de sangue brasileiros, usando a reação de transcrição reversa e a reação em cadeia da polimerase "nested": comparação com os ensaios imunoenzimáticos e imunoblot recombinante

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neiva S. L. GONÇALES

    2000-10-01

    Full Text Available Screening blood donations for anti-HCV antibodies and alanine aminotransferase (ALT serum levels generally prevents the transmission of hepatitis C virus (HCV by transfusion. The aim of the present study was to evaluate the efficiency of the enzyme immunoassay (EIA screening policy in identifying potentially infectious blood donors capable to transmit hepatitis C through blood transfusion. We have used a reverse transcriptase (RT-nested polymerase chain reaction (PCR to investigate the presence of HCV-RNA in blood donors. The prevalence of HCV-RNA positive individuals was compared with the recombinant immunoblot assay (RIBA-2 results in order to assess the usefulness of both tests as confirmatory assays. Both tests results were also compared with the EIA-2 OD/C ratio (optical densities of the samples divided by the cut off value. ALT results were expressed as the ALT quotient (qALT, calculated dividing the ALT value of the samples by the maximum normal value (53UI/l for the method. Donors (n=178 were divided into five groups according to their EIA anti-HCV status and qALT: group A (EIA > or = 3, ALT or = 3, ALT>1, group C (11 and group E (EIA or = 3 and detectable HCV-RNA by RT-nested PCR. We have also noted that blood donors with RIBA-2 indeterminate presented a high degree of detectable HCV-RNA using RT-nested PCR (75%, especially when the c22.3 band was detected.Na prevenção da transmissão de Hepatite por Vírus C (HCV em transfusões de hemocomponentes, utiliza-se rotineiramente, como testes de triagem de doadores de sangue, ensaios que detectam anticorpos anti-HCV e dosagens da enzima alanina-aminotransferase (ALT. O presente estudo tem como objetivo principal avaliar a eficiência do ensaio imunoenzimático de segunda geração (EIA-2 como teste de triagem, na identificação de doadores de sangue potencialmente infectados, e portanto, capazes de transmitir hepatite C pelos hemocomponentes. Nós utilizamos o ensaio de transcri

  8. Fatores de risco para internação por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade Risk factors for acute respiratory disease hospitalization in children under one year of age

    OpenAIRE

    Silvia Elaine Cardozo Macedo; Ana Maria Baptista Menezes; Elaine Albernaz; Paulo Post; Marli Knorst

    2007-01-01

    OBJETIVO: Avaliar fatores de risco para hospitalização por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade. MÉTODOS: Estudo de casos e controles na cidade de Pelotas, RS. Os casos foram crianças de até um ano de idade, que se hospitalizaram por doença respiratória aguda, de agosto de 1997 a julho de 1998. Os controles foram crianças da comunidade, da mesma idade, sem hospitalização prévia por essa doença. Um questionário investigando exposição a fatores de risco foi aplicado às mães...

  9. Esteato-hepatite relacionada ao vírus da hepatite C: perfil clínico-histológico Steatohepatitis related to hepatitis C virus: clinical and histological profiles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Eduardo Pereira

    2006-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Esteatose ocorre com freqüência na hepatite crônica pelo vírus C (HCV e parece estar relacionada a fatores clínicos e/ou virológicos. Contudo, a presença de esteato-hepatite, uma condição indutora de fibrose, tem sido pouco estudada. OBJETIVO: Estudar a associação de HCV com esteato-hepatite em material de biópsia hepática, correlacionando-a com dados clínicos. MÉTODOS: As biópsias hepáticas de pacientes com HCV foram avaliadas quanto a atividade, estádio e presença de alterações morfológicas de esteato-hepatite. Os dados morfológicos foram correlacionados a parâmetros clínicos que incluíam: consumo alcoólico, IMC, colesterol, triglicérides, glicemia, exposição a petroquímicos e genótipo viral. RESULTADOS: Esteato-hepatite foi encontrada em 42 de 252 (16,6% pacientes com HCV. Entre os 42 casos, critérios para obesidade, diabetes e dislipidemia foram encontrados em 16,7%; 16,7% e 21,4%, respectivamente. O genótipo 3 esteve presente em 38,1% dos casos. Fatores de risco para esteato-hepatite não-alcoólica (NASH foram encontrados em 73% dos casos em genótipos diferentes do 3, enquanto tais fatores foram presentes em 37,5% dos casos com genótipo 3 (p = 0,05. O padrão morfológico mais freqüente foi a esteatose macrovacuolar de moderada intensidade (61,9% com distribuição difusa (64,3%. Tanto o padrão de fibrose de NASH quanto o de HCV foram notados: fibrose perissinusoidal (87,8%, portal (87,8%, septal (69,0% e cirrose (30,9%. CONCLUSÕES: Esteato-hepatite é freqüente em pacientes com HCV, apresentando padrão peculiar de distribuição da esteatose e alta freqüência de cirrose. Em genótipos diferentes do 3, a esteato-hepatite parece estar relacionada à sobreposição de fatores de risco para NASH.INTRODUCTION: Steatohepatitis and hepatitis C virus (HCV have been related to several clinical and virological factors and fibrosis progression. OBJECTIVE: To describe clinical and morphological

  10. Uso do suporte ventilatório com pressão positiva contínua em vias aéreas (CPAP por meio de máscara nasofacial no tratamento da insuficiência respiratória aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Scarpinella-Bueno M.A.

    1997-01-01

    Full Text Available OBJETIVO. O objetivo dos autores foi avaliar o efeito da ventilação com CPAP oferecida por meio de máscara nasofacial como método de suporte ventilatório em pacientes com insuficiência respiratória aguda com critérios de indicação para intubação traqueal. CASUÍSTICA E MÉTODO. Foram estudados 11 pacientes com idade média de 41,3 anos em insuficiência respiratória aguda internados na Unidade Respiratória do Hospital São Paulo - Escola Paulista de Medicina. À admissão, era colhida gasometria arterial em ar ambiente e monitorizava-se freqüência respiratória (f, freqüência cardíaca (FC e pressão arterial (PA. Os mesmos parâmetros eram avaliados após oxigenoterapia via máscara facial aberta e com máscara facial de CPAP usando PEEP de 5cm H2O. RESULTADOS. Com o uso de CPAP através de máscara nasofacial, houve melhora significativa dos níveis de PaO2 e diminuição da freqüência respiratória (p<0,05, quando comparados aos valores em ar ambiente e com máscara facial aberta. CONCLUSÃO. Este trabalho permitiu concluir que a máscara facial de CPAP com 5cm H2O foi eficiente em melhorar a oxigenação arterial e diminuir a freqüência respiratória dos pacientes com insuficiência respiratória aguda, proporcionando-lhes maior conforto, constituindo uma medida terapêutica capaz de evitar o suporte ventilatório invasivo.

  11. Fisioterapia respiratória em crianças com doença falciforme e síndrome torácica aguda Respiratory therapy in children with sickle cell disease and acute chest syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandro Valter Hostyn

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Realizar uma revisão sistemática da literatura médica para identificar as técnicas de fisioterapia respiratória aplicadas em crianças com doença falciforme e síndrome torácica aguda, bem como descrever seu nível de evidência e recomendação. FONTES DE DADOS: Revisão bibliográfica nos bancos de dados Medline, Lilacs, SciELO e Cochrane no período de 1995 e 2009, com os descritores: "doença falciforme", "síndrome torácica aguda", "fisioterapia", "criança", "inspirometria de incentivo", em português e inglês, excluindo-se os estudos de revisão. Os artigos foram classificados por nível de evidência. SÍNTESE DOS DADOS: Foram encontrados cinco artigos; destes, três utilizaram a inspirometria de incentivo e observaram que ela evita as complicações pulmonares associadas à síndrome torácica aguda (nível de evidência II, II e IV, um deles (evidência II comparou a inspirometria de incentivo com o dispositivo de pressão expiratória, sem diferenças entre ambos. Um artigo utilizou uma rotina de cuidados, incluindo a inspirometria de incentivo (evidência V, e observou redução do tempo de internação hospitalar e do uso de medicação oral para dor. Outro estudo com a ventilação não invasiva para crianças com desconforto respiratório e com incapacidade de realizar a inspirometria de incentivo relatou melhora da oxigenação e do desconforto respiratório (nível de evidência V. CONCLUSÕES: As técnicas de fisioterapia respiratória com dispositivos de inspirometria de incentivo, de pressão expiratória e a ventilação não invasiva podem ser aplicadas em crianças com doença falciforme e síndrome torácica aguda; o nível de recomendação é C.OBJECTIVE: To systematically review the medical literature to identify chest physiotherapy techniques applied to children with sickle cell disease and acute chest syndrome, and to report their level of evidence and recommendation. DATA SOURCE: A bibliographic

  12. Hepatitis viral aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Héctor Rubén Hernández Garcés

    1998-10-01

    Full Text Available Se realizó una revisión bibliográfica de las hepatitis virales agudas sobre aspectos vinculados a su etiología. Se tuvieron en cuenta además algunos datos epidemiológicos, las formas clínicas más importantes, los exámenes complementarios con especial énfasis en los marcadores virales y el diagnóstico positivoA bibliographical review of acute viral hepatitis was made taking into account those aspects connected with its etiology. Some epidemiological markers, the most important clinical forms, and the complementary examinations with special emphasis on the viral markers and the positive diagnosis were also considered

  13. Hepatite crônica por vírus C: Parte 1. Considerações gerais Hepatitis C virus: Part 1. General considerations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinício Paride CONTE

    2000-07-01

    Full Text Available O vírus da hepatite C foi identificado em 1989 como sendo o principal agente causador das hepatites não-A não-B e o seu reconhecimento como agente de alta prevalência nas infecções pós-tranfusionais e/ou uso de derivados do sangue ou em associação com o abuso de drogas endovenosas. A descoberta e a maior disponibilidade de novas técnicas para a seleção adequada de doadores de sangue, reduziu sensivelmente a incidência das hepatites pós-transfusionais. Cerca de 95% dos indivíduos infectados pelo vírus da hepatite C podem ser identificados pelos testes anti-vírus da hepatite C de terceira geração. Os estudos retrospectivos de infecções pelo vírus da hepatite C iatrogênicas, são as principais fontes de reconhecimento da história natural da doença. A distribuição dos diferentes genótipos do vírus da hepatite C varia de acordo com as regiões geográficas. Na América do Sul, Europa, Estados Unidos e Japão 1, 2, e 3 representam a maioria das infecções, sendo o subtipo 1-b o mais prevalente. Os parâmetros epidemiológicos (idade, fatores de risco e duração da infecção podem estar associados com os genótipos do vírus da hepatite C, sendo os tipos 1-a e 3-a mais freqüentes nos drogaditos endovenosos e o 1-b nas hepatites pós-transfusionais. O subtipo 1-b ocasiona lesões hepáticas mais graves e prolongadas, com alterações ultraestruturais mitocondriais freqüentes e grande comprometimento dos processos de fosforilização oxidativa. A produção aumentada de radicais livres pode influenciar negativamente a evolução da doença hepática pelo reforço da ação citopática do vírus da hepatite C que provoca. O significado clínico dos níveis de vírus C no interior do fígado, nesses pacientes, não é determinado pelos fatores hospedeiro (idade, tipo e duração da infecção ou pelos fatores virais (genótipos e os repetidamente vírus da hepatite C RNA RT-PCR negativos no soro, não indicam

  14. Nail and bone surface as indicators of acute exposure to fluoride in rats Unha e superfície óssea como indicadores da exposição aguda em ratos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marília Afonso Rabelo Buzalaf

    2004-12-01

    Full Text Available This study evaluated the use of nails and bone surfaces as indicators of acute exposure to fluoride in rats. Six groups (n=10/grp, aged 70 days, received, by gastrogavage, single doses of sodium fluoride containing 10, 35, 45, 60, 75 and 90 mg fluoride/kg body weight. The control group received deionized water. Two hours after fluoride administration, the rats were killed and their plasma, nails (halves near to the growth end and femur were collected. Nail and plasma fluoride concentrations were analyzed with the electrode following HMDS-facilitated diffusion. Femur surface fluoride was removed from a circular area (4.52 mm² by immersion in 0.5M HCl for 15 seconds, buffered with TISAB and analyzed with the electrode. Data were analyzed by ANOVA and Tukey's test (pEste estudo avaliou o uso de unhas e superfícies ósseas como indicadores da exposição aguda ao flúor em ratos. Seis grupos (n=10/grp, com idade de 70 dias, receberam, por gastro-gavagem, doses únicas de fluoreto de sódio contendo 10, 35, 45, 60, 75 e 90 mg flúor/kg peso corpóreo. O grupo controle recebeu água deionizada. Duas horas após a administração de flúor, os ratos foram mortos e seu plasma, unhas (metades próximas à porção de crescimento e fêmur foram coletados. As concentrações de flúor na unha e plasma foram analisadas com o eletrodo após difusão facilitada por HMDS. O flúor da superfície do fêmur foi removida de uma área circular (4,52 mm² por imersão em HCl 0,5 M por 15 segundos, tamponado com TISAB (contendo NaOH e analisado com o eletrodo. Os dados foram analisados por ANOVA e teste de Tukey (p<0,05 e por regressão linear (p<0,001. As concentrações médias de flúor variaram de 55,4 a 91,5 mg/g para as unhas; de 0,019 a 6,937 mg/mL para o plasma e de 617 a 2.394 mg/g para a superfície do fêmur. A concentração de flúor nas unhas do grupo experimental não foi diferente do controle. Quanto ao flúor no plasma, todos os grupos

  15. Abdome agudo em pós-operatório tardio de apendicite aguda: pode não ser bridas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Castro Fernandes

    2014-10-01

    Full Text Available As ressecções intestinais em países desenvolvidos ocorrem devido às malformações congênitas. Em países em desenvolvimento essas resseções ocorrem por causas potencialmente evitáveis, como invaginação intestinal irredutível, trauma abdominal fechado, volvo de jejuno-íleo, enterocolite necrosante, hérnia inguinal estrangulada e obstrução por bridas pós-operatórias. O volvo intestinal na infância é raro e geralmente de causas iatrogênicas causado, por exemplo, pela presença de grampos soltos a cavidade intestinal após apendicectomia laparoscópica. O volvo de jejuno-íleo pode ser secundário à isquemia nos casos de gastrosquise tratadas com silo ou mesmo pela colocação de banda gástrica pós-laparoscopia, ou ainda pela presença de lipoma mesentérico. Não foi identificado trabalho na literatura recente sobre volvo jejuno-íleo e isquemia e necrose de segmento de alça intestinal. O autores relatam um caso de abdome agudo obstrutivo em criança de 6 anos, em pós-operatório tardio (4 anos de apendicectomia aberta e cuja ressecção de segmento de Alça intestinal foi necessária nas duas oportunidades mas por motivos diferentes. Situações adversas em abdome agudo pós-operatório podem não ser por aderências intestinais, mas por situações mais graves e o cirurgião deve estar preparado para corrigir sua tática operatória.

  16. Hepatite infecciosa canina: 62 casos Infectious canine hepatitis: 62 cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria A. Inkelmann

    2007-08-01

    Full Text Available Os protocolos de necropsias realizadas em 5.361 cães durante um período de 43 anos (1964-2006 foram revisados em busca de casos de hepatite infecciosa canina (HIC e sessenta e dois (1,2% casos foram encontrados. A maioria dos 62 cães afetados tinha dois anos de idade ou menos (91,9%. Os sinais clínicos foram anotados nos protocolos de necropsia de 45 cães afetados por HIC e incluíam anorexia (55,6%, apatia (35,6%, diarréia (35,6%, freqüentemente com sangue (43,8% dos casos de diarréia, distúrbios neurológicos (33,3%, vômito (26,7%, petéquias e equimoses nas membranas mucosas e/ou pele (24,4%, hipotermia (20,0%, dor abdominal (15,6%, icterícia (13,3%, aumento de volume e congestão das tonsilas (11,1%, febre (11,1% e ascite (6,7%. A duração do curso clínico variou de poucas horas a 15 dias. Os principais achados de necropsia incluíram alterações hepáticas (87,1%, linfonodos edematosos, congestos e hemorrágicos (51,6%, líquido sanguinolento, líquido claro ou sangue na cavidade abdominal (35,5%, víbices, sufusões e petéquias sobre a pleura visceral (27,4% e superfície serosa das vísceras gastrintestinais (24,2%. Em 12,9% dos casos a serosa do intestino tinha aspecto granular. Hemorragias cerebrais nas leptomeninges e na substância do encéfalo foram observadas em 9,7% dos casos. As alterações hepáticas macroscópicas incluíam fígados moderadamente aumentados de volume, mais friáveis, com acentuação do padrão lobular, congestos e com múltiplos focos de necrose pálidos ou hemorrágicos. Películas e filamentos de fibrina cobriam a superfície hepática em 20,4% dos casos e em 27,8% dos casos a parede da vesícula biliar estava espessada por edema. Necrose hepática zonal ou aleatória (93,5% dos casos associada a corpúsculos de inclusão intranucleares foi a lesão histológica mais regularmente encontrada. Os corpúsculos de inclusão intranucleares ocorreram no fígado em todos os casos e esse foi o crit

  17. Hepatite granulomatosa em bovino causada por Mycobacterium avium subsp. paratuberculosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.B.F Rodrigues

    2010-12-01

    Full Text Available Samples from intestines, liver, and lymph nodes were collected from a dairy steer with clinical suspicion of paratuberculosis. The samples were processed for histologic examination with hematoxylin-eosin and Zihel-Neelsen (ZN staining for the detection of acid-fast bacilli (AFB, and submitted to immunohistochemistry (IHC. Macroscopic changes were observed in the small intestines, with thickening and corrugation of the mucosa. The main microscopic changes were found in small intestines, lymph vessels in the mesentery, and mesenteric lymph nodes characterized by enteritis, lymphangiectasia, and lymphadenitis. Liver presented with granulomatous hepatitis, an uncommon histopathological feature for paratuberculosis. The clinical features associated with positive culture of Mycobacterium avium subsp. paratuberculosis and detection of AFB by ZN and IHC in the cytoplasm of macrophages (epithelioid in the intestinal mucosa and submucosa, lymph nodes, and liver were important to confirm the diagnosis of paratuberculosis.

  18. Colonização e resistência antimicrobiana de Streptococcus pneumoniae isolado em nasofaringe de crianças com rinofaringite aguda Nasopharyngeal colonization and antimicrobial resistance of Streptococcus pneumoniae isolated in children with acute rinofaringitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lêda Lúcia M. Ferreira

    2001-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a prevalência e os fatores de risco para a colonização nasofaríngea e determinar o padrão de suscetibilidade à penicilina de cepas isoladas da nasofaringe de crianças com rinofaringite aguda. METODOLOGIA: No período de 16/6/97 a 20/5/98 foram coletados 400 Swabs da nasofaringe de crianças com idade entre três meses e cinco anos que apresentavam quadro clínico de rinofaringite aguda. A identificação do S. pneumoniae foi realizada através do teste de optoquina e solubilidade em bile. Todas as cepas foram triadas através do disco de oxacilina 1mg, sendo avaliada, posteriormente, a concentração inibitória mínima para penicilina pelo método do E-teste. RESULTADOS: A prevalência da colonização nasofaríngea pelo S. pneumoniae foi de 35%. A análise dos fatores de risco associados à colonização nasofaríngea indicou que as crianças que eram institucionalizadas e que tinham irmãos menores de cinco anos apresentaram uma taxa maior de colonização. A prevalência de cepas não suscetíveis à penicilina foi de 16%. Todas as cepas apresentaram resistência intermediária (0,1mcg/ ml £ CIM £ 1,0 mcg/ ml . Das 19 cepas com resistência à penicilina, 7 tinham resistência intermediária (37%, e duas (11% resistência elevada ao cotrimoxazol. Não foi observada resistência à ceftriaxona, amoxicilina, claritromicina ou cloranfenicol. CONCLUSÕES: Concluímos que a prevalência da colonização nasofaríngea pelo pneumococo, em crianças menores de cinco anos com quadro de rinofaringite aguda, foi de 34,8%; as que eram institucionalizadas e tinham irmãos menores apresentaram uma maior taxa de colonização. A resistência à penicilina ocorreu em 15,6% dos isolados, não sendo detectada nenhuma cepa com resistência elevada. A taxa de resistência bacteriana encontrada foi bastante próxima à encontrada em estudo de infecções invasivas. Este fato sugere que os isolados de pneumococo da nasofaringe de crian

  19. Desempenho da potência anaeróbia em atletas de elite do mountain bike submetidos à suplementação aguda com creatina Anaerobic power output of elite off-road cyclists with acute oral creatine supplementation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Eckhardt Molina

    2009-10-01

    Full Text Available Com o objetivo de investigar os efeitos da suplementação aguda com creatina no desempenho da potência anaeróbia de atletas de elite do mountain bike, 20 atletas em período básico do macrociclo de treinamento foram distribuídos aleatoriamente (duplo-cego em dois grupos: placebo (PLA, n = 10 e creatina (CRE, n = 10. Foram avaliados quanto à composição corporal (pesagem hidrostática e potência anaeróbia (teste de Wingate - TW antes (PRÉ e depois (PÓS de sete dias de suplementação. A creatina ou maltodextrina foi usada em três doses diárias de 0,3g/kg de massa corporal diluídos em meio líquido adoçado. Não foram observadas diferenças significativas nas variáveis morfológicas após sete dias de suplementação (PRÉ x PÓS, e os grupos não diferiram apesar da variação percentual (Δ% contrária (positiva para o grupo CRE e negativa para o PLA. A potência anaeróbia pico (PP e o instante da potência pico (IPP aumentaram e o índice de fadiga diminuiu do PRÉ para o PÓS-testes no grupo CRE, enquanto que o grupo PLA não apresentou diferenças significantes. A PP apresentou forte tendência em ser maior e o IPP foi maior no grupo CRE comparado com o PLA. Conclui-se que existem evidências de que a suplementação com creatina (0,3g/kg em curto prazo (sete dias pode retardar o IPP (CRE 3,0 ± 0,5/3,6 ± 0,8 Δ%= 20% no teste de Wingate em atletas de elite do mountain bike, sugerindo que a suplementação com creatina pode melhorar o desempenho físico quanto à potência anaeróbia durante o trabalho de alta intensidade e curta duração.In order to investigate the effect of a high dose, acute oral creatine supplementation on anaerobic power of male off-road cyclists, twenty elite athletes training at the basic period were randomly (double-blind assigned into 2 groups: placebo (PLA n=10 and creatine (CRE n=10. They were submitted to a body composition evaluation (underwater weighting and Wingate Anaerobic Test (TW before

  20. Efeitos da intoxicação por lítio sobre a locomoção de ratos em um modelo animal de insuficiência renal aguda cirurgicamente induzido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bittencourt José Augusto Ferreira

    2001-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O lítio é um metal usado sob a forma de sal para tratamento de episódios agudos de mania e no controle profilático de desordens afetivas bipolares. Pacientes com algum grau de insuficiência renal podem rapidamente sofrer intoxicação por esse fármaco. Nosso objetivo foi verificar a influência da litemia na locomoção em um modelo animal cirurgicamente induzido de insuficiência renal aguda (IRA. MÉTODOS: Foram submetidos 61 ratos Wistar a tratamento com lítio por uma semana previamente a nefrectomia unilateral. Trinta ratos foram induzidos a IRA. Foi administrado lítio ou solução fisiológica aos ratos e após observada sua locomoção e concentração de creatinina sérica. Utilizou-se análise estatítica. RESULTADOS: A creatina apresentou-se elevada nos ratos com IRA. A locomoção foi menor nos ratos com IRA que receberam lítio, havendo relação inversa entre a litemia e a atividade locomotora. CONCLUSÕES: O modelo animal cirúrgico de IRA foi efetivo. Ratos insuficientes renais que receberam lítio apresentaram alterações locomotoras comparados aos demais. O aumento da litemia causa diminuição proporcional na locomoção dos ratos.

  1. Pneumonia aguda fibrinosa e organizante

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. Damas

    2006-09-01

    Full Text Available Resumo: A designação acute fibrinous and organizing pneumonia (AFOP foi proposta por Beasley et al para os casos em que as características histopatológicas das lesões não se enquadravam em outras situações clínicas (agu-das ou subagudas conhecidas. A presença de fibrina intra alveolar e de pneumonia organizativa, com distribuição difusa, é a principal alteração histológica associada a esta entidade.Os autores descrevem o caso de um doente do sexo masculino, com o diagnóstico de AFOP, por bióp-sia pulmonar cirúrgica. O doente teve uma apresentação subaguda, apresentando por queixas principais tosse, dor torácica e febre. TAC torácica mostrou infiltrados bilaterais, difusos. Após início de corticoterapia sistémica e ciclofosfamida, o doente apresentou melhoria clínica significativa. Ao elaborar este caso, os autores esperam acrescentar mais alguns dados sobre esta nova entidade.Rev Port Pneumol 2006; XII (5: 615-620 Abstract: The term Acute Fibrinous and Organizing Pneumonia (AFOP has been proposed by Beasley et al for cases that not fit into the histopathologic criteria of the recognized entities described as acute or subacute clinical presentations. The presence of intra-alveolar fibrin in the form of fibrin ‘balls’ and organizing pneumonia with patchy distribution are the main histological features of this entity. We describe the case of a male patient with the diagnostic of AFOP made by surgical lung biopsy. He had a subacute presentation of symptoms consisting of productive cough, chest pain and fever. Bilateral infiltrates with patchy and diffuse distribution were the predominant features in his chest HRCT scan. The patient had a good clinical course after a treatment with prednisone and cyclophosphamide. Our hope in reporting this case study is to add some more data to the discussion of this new entity.Rev Port Pneumol 2006; XII (5: 615-620 Palavras

  2. Vacinação contra a hepatite B entre cirurgiões dentistas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martins Andréa Maria Eleutério de Barros Lima

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Inquéritos sorológicos realizados em diversos países mostraram uma maior prevalência da infecção pelo vírus da hepatite B (VHB em dentistas, especialmente entre os cirurgiões, do que na população geral. O estudo realizado objetivou determinar a prevalência e os fatores associados à vacinação contra hepatite B (HB entre os dentistas e investigar as principais razões alegadas para a não vacinação e vacinação incompleta. MÉTODOS: Foi conduzido um inquérito entre 299 cirurgiões dentistas residentes em Montes Claros, MG, por meio de questionário auto-aplicável. Foi determinada a prevalência de vacinação segundo o número de doses e os fatores associados à não vacinação e à vacinação incompleta através de regressão logística multinomial. RESULTADOS: Dos 299 questionários distribuídos, 296 (99% foram respondidos. Destes, 74,9% tomaram três doses; 14%, duas doses; 2%, uma dose e 10% não foram vacinados. A vacinação completa foi maior entre os que relataram fazer exclusivamente cirurgia e/ou periodontia (89%. A principal razão alegada para a não vacinação ou vacinação incompleta foi a necessitade de maiores informações. A não vacinação foi mais freqüente entre aqueles com mais de 40 anos (OR=8,62; IC 95%: 1,88-39,41 e os que não se reciclaram nos dois anos prévios ao inquérito (OR=2,72; IC 95%: 1,02-7,22. A vacinação incompleta foi maior entre os que não usam luva no trabalho (OR=2,32; IC 95%: 1,08-4,97. CONCLUSÃO: A falta de informação, possivelmente relacionada a menor reciclagem profissional, parece ser um dos principais fatores limitantes da vacinação.

  3. Intoxicação aguda por metano arsonato ácido monossódico em bovinos Acute poisoning by monosodium methanearsonic acid in cattle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela N. Dantas

    2012-12-01

    Full Text Available O presente trabalho estudou a intoxicação acidental por arsênico em um lote de 24 vacas Girolando, as quais tiveram acesso a pasto pulverizado com herbicida à base de metano arsonato ácido monossódico (MSMA. Os bovinos apresentaram apatia, anorexia e diarreia profusa. Foram necropsiados na fazenda dois animais de 14 que morreram. Os principais achados macroscópicos foram úlceras abomasais e congestão renal. No exame microscópico, as principais lesões observadas foram abomasite e omasite necro-hemorrágica multifocal acentuada e, nos rins, necrose tubular difusa. As concentrações médias de arsênico em vacas com sinais clínicos foram 1,19±0,40, 10,52±2,16 e 76,06±48,37ppm no sangue, leite e fezes, respectivamente. Os níveis de arsênico encontrados em dois animais necropsiados foram 25,58 e 23,85ppm em fígado, e 28,71 e 35,94ppm em rins, respectivamente. No feto de uma vaca necropsiada, os níveis de arsênico mensurados no fígado e rim foram 9,0 e 8,92ppm, respectivamente. A concentração de arsênico no capim do piquete pulverizado foi 111,58ppm. No Brasil, o uso MSMA na composição de pesticidas e herbicidas é permitido somente para uso agrícola, mas não pecuário. A utilização desse ou de outros produtos à base de arsênico na pecuária pode causar altos índices de mortalidade no rebanho, além de diminuição da produção e contaminação de produtos de origem animal.Poisoning by monosodium methanearsonic acid (MSMA is reported in a herd of 24 Girolando cows that were introduced into a pasture sprayed with the herbicide. Clinical signs were apathy, anorexia, and profuse diarrhea. Fourteen cows died and two were necropsied. Abomasal ulcers and renal congestion was observed. Main histologic lesions were multifocal, accentuated, necrotizing and hemorrhagic abomasitis and omasitis, and tubular necrosis in the kidneys. Mean arsenic concentrations in cows with clinical signs were 1.19±0.40, 10.52±2.16, and 76.06

  4. Nefrite Intersticial Aguda Após Exposição a Losartan

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Schwerz Weinert

    2007-07-01

    Full Text Available Nefrite intersticial aguda é uma causa comum de perda aguda de função renal. Exposição a drogas é o fator desencadeante mais freqüentemente relatado, porém auto-imunidade e infecções também estão associadas. Os inibidores da enzima de conversão da angiotensina têm sido relatados como possíveis agentes, porém não há relato na literatura de nefrite intersticial com uso de losartan. Descrevemos então, o caso de perda aguda de função renal após exposição a losartan, em paciente com dano renal prévio por nefropatia diabética, cuja biópsia renal diagnosticou nefrite intersticial aguda.

  5. Efeitos da nebulização com broncodilatadores carreados pelo heliox associada ao posicionamento corporal em pacientes com crise aguda de asma

    OpenAIRE

    Cunha Brandão, Daniella

    2009-01-01

    A asma é uma doença respiratória com eficiente arsenal farmacológico. Embora, estratégias terapêuticas ainda pouco utilizadas na prática clínica podem mostrar-se relevantes para o controle desta doença. Dentro deste contexto, o heliox e a atuação fisioterapêutica vêm sendo estudados pela comunidade científica à busca de demonstrar seus benefícios e efetividade em pacientes asmáticos. O heliox é um gás metabolicamente inerte e seguro com menor densidade que o oxigênio, podendo d...

  6. Laser de baixa intensidade em deiscência aguda de safenectomia: proposta terapêutica Low level laser therapy in acute dehiscence saphenectomy: therapeutic proposal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nathali Cordeiro Pinto

    2009-03-01

    Full Text Available Deiscência é uma complicação temida em cirurgias de grande porte. Paciente submetida a revascularização miocárdica evoluiu com deiscência de safenectomia em membro inferior, edema e dor no 15º dia pós-operatório (PO, tendo sido realizado inicialmente o tratamento convencional no ambulatório sem melhora clínica. No 30º PO, aplicou-se somente Laser de Baixa Intensidade (LBI ao redor da borda da ferida, pontualmente. A lesão respondeu com tecido de granulação, diminuição do processo inflamatório e analgesia desde a primeira aplicação. Neste estudo piloto, a laserterapia mostrou ter um papel importante como agente facilitador de cicatrização, por meio de uma terapia nãoinvasiva, eficaz e segura.Dehiscence is a feared complication after major surgeries. Patient who had undergone coronary artery bypass grafting developed saphenectomy's dehiscence on lower limb with edema and pain on the 15th postoperative day. Conventional treatment had been initially performed without clinical improvement. On the 30th postoperative day only Low Level Laser Therapy (LLLT was applied punctually around surgical wounds edge. The results revealed granulated tissue, reduction of inflammatory process and analgesic effect since the first application. In this pilot study, LLLT has shown a considerable role as a wound healing agent, through a new proposal for efficient, safe and noninvasive therapy.

  7. Associantion between leprosy and hepatitis B infecion: a survey in Goiânia, Central Brazil Associação entre hanseniase e infecção pelo virus da hepatite B: estudo de prevalência realizado em Goiânia, Brasil Central

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heitor Rosa

    1992-10-01

    Full Text Available This investigation presents the results of Hepatitis B virus screening among leprosy patients conducted in Central Brazil as a preliminary information for a HBV vaccination programme. The main objectives were to assess the seroprevalence of HBV serum markers among lepromatous patients and to analyse institutionalization as risk factor for HBV infection in this population. Two groups of lepromatous patients were studied, 83 outpatients and 171 institutionalized ones. Screening for HBV serum markers included the detection of HBsAg, anti-HBc by radioimmune assay (RIA. The prevalence of carrier state (HBsAg was 4.8% and 8.8% among outpatients and institutionalized, respectively, (p>0.05. Seroprevalence of exposure (all markers was statistically significant different between outpatients (16.9% and institutionalized ones (50.3%. Institutionalized patients had an almost four fold risk of HBV infection when compared to the outpatients, and the highest risks were among patients with more than 21 years of residence in the colony, after adjusting for age and sex.Este estudo apresenta os resultados de investigação sorológica para o virus da hepatite B (VHB entre pacientes hansenianos como etapa inicial para um programa de vacinação contra Hepatite B na cidade de Goiânia - Brasil Central. Os principais objetivos foram determinar a soroprevalência dos marcadores sorológicos para hepatite B entre pacientes com hanseníase do polo lepromatoso da doença, e avaliar a institucionalização como fator de risco para a infecção pelo VHB. Foram estudados 83 pacientes ambulatoriais e 171 pacientes institucionalizados e os marcadores testados foram AgHBs, anti-HBs e anti-HBc, utilizando-se a técnica de radioimuno ensaio. A prevalência de portadores virais (HBsAg foi de 4,8% e 8,8% para os pacientes ambulatoriais e institucionalizados, respectivamente (P>0,05. A prevalência de exposição ao VHB (todos os marcadores foi estatisticamente diferente entre os

  8. Estudo parasitológico e anátomo-patológico da fase aguda da doença de Chagas em cães inoculados com duas diferentes cepas do Trypanosoma cruzi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Alice Pedreira de Castro

    1985-12-01

    Full Text Available Cães jovens foram infectados com as cepas Y e CL do T. cruzi usando-se como inóculos 107 formas sangüíneas inoculadaspor via intraperitoneal e 2 x 10³ tripomastigotas metacíclicos obtidos do inseto vetor e inoculadospor via conjuntival. As cepas Ye CL induziram nos cães curvas deparasitemia totalmente distintas, confirmando dados parasitológicos obtidos em camundongos e coelhos. Com a cepa CL a parasitemia, com ambos os inóculos, foi gradualmente ascencional ao passo que com Y a parasitemia foi extremamente baixa, irregular e, com freqüência, subpatente. Com ambas as cepas o parasitismo e as lesões predominaram no miocárdio. Entretanto, com a cepa Y a miocardite foi sempre intensa desde as fases mais precoces da infecção, ao passo que com a cepa CL o processo inflamatório tomou-se acentuado somente a partir do 20.° dia. Freqüentemente a intensidade da miocardite observada em alguns animais não guardava relação com a parasitemia; em alguns cães com parasitemia subpatente, nos quais a infecção só foi diagnosticada pelo xenodiagnóstico, a intensidade da miocardite foi comparável àquela observada nos animais com parasitemia patente. Idêntica correlação também não foi assinalada em relação ao parasitismo tissular. Esses achados sugerem a participação de mecanismo imunológicos na gênese das lesões, ainda na fase aguda da infecção.Young dogs were inoculated with T. cruzi Y and CL strains either by intraperitoneal route with 107 blood forms or by ocular route with 2 x 10³ vector-derived trypomastigotes. With both inocula the patterns of parasitemia were significantly different, confirming data previously obtained in experimentally infected mice and rabbits. CL strain induced a gradual ascencional parasitemia whereas with Y the parasitemia was either subpatent or the number of parasites was very low, rapidly declining. Although myocarditis was present in most animals regardless of the strain used, the

  9. Clinical evolution of patients hospitalized due to the first episode of Acute Coronary Syndrome Evolución clínica de pacientes internados debido el primer episodio de la Síndrome Aguda de las Coronarias Evolução clinica de pacientes internados em decorrência do primeiro episódio da Síndrome Coronariana Aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gislaine Pinn Gil

    2012-10-01

    realización de revascularización del miocardio fue diferente en los dos grupos.OBJETIVO: avaliar a evolução clínica de pacientes internados pelo primeiro episódio da síndrome coronariana aguda (SCA, segundo sua manifestação clínica. MÉTODOS: foram coletados dados de 234 pacientes internados entre maio de 2006 e julho de 2009, em decorrência do primeiro episódio de uma SCA, mediante consultas aos prontuários. RESULTADOS: a maioria (59,8% foi internada devido ao infarto agudo do miocárdio (IAM. No grupo com IAM, 19,3% apresentaram complicações e 12,8% no grupo com angina instável (AI (p=0,19. A realização de angioplastia foi maior entre os pacientes com IAM do que com AI (p=0,02 e a cirurgia de revascularização foi mais realizada entre os pacientes com AI (p=0,03. A maioria (227 - 97% sobreviveu ao evento coronariano. Entre os sete pacientes que morreram na internação, quatro tinham IAM (2,9% e três AI (3,2%. CONCLUSÕES: houve maior número de complicações entre os infartados e a realização de revascularização do miocárdio foi diferente nos dois grupos.

  10. Características da reação tipo 1 e associação com vírus B e C da hepatite na hanseníase Type 1 reaction in leprosy: characteristics and association with hepatitis B and C viruses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vitória P.A. Rego

    2007-10-01

    Full Text Available O episódio reacional tipo 1 ou reação reversa é ocorrência inflamatória aguda que atinge a pele e nervos periféricos, encontrada em até 30% dos pacientes com hanseníase, sendo causa comum de incapacidade física. Fatores de risco associados incluem uso de poliquimioterapia e infecções virais. Neste estudo, foram avaliados 620 pacientes com hanseníase. Reação reversa foi diagnosticada em 121 (19,5% casos, sendo mais freqüente nos indivíduos borderlines (48%. Início da poliquimioterapia foi considerado fator de risco para reação reversa, com 52% dos casos apresentando o primeiro episódio neste momento. Neurite foi documentada em 73% dos casos. A presença de vírus B ou C da hepatite foi documentada em 9% de 55 pacientes com reação reversa e em nenhum dos 57 pacientes sem reação (p = 0, 026; teste exato de Fisher, sugerindo possível papel destes agentes como fatores de risco para desenvolvimento de reação reversa na hanseníase.Type 1 reaction or reversal reaction is an acute inflammatory episode in the skin and peripheral nerves that is found in up to 30% of leprosy patients and commonly causes physical disabilities. Multidrug chemotherapy and viral infections are associated risk factors. In this study, 620 leprosy patients were evaluated. Reversal reactions were diagnosed in 121 cases (19.5% and were most frequently found in borderline patients (48%. Starting on multidrug chemotherapy was considered to be a risk factor for reversal reaction: 52% of the cases presented their first episode at this time. Neuritis was found in 73% of the cases. The presence of hepatitis B or C virus was documented in 9% of the 55 patients with reversal reaction, while it was not detected in any of the 57 patients without reaction (p = 0.026, Fisher’s exact test. This suggests that these agents may have a role as risk factors for developing reversal reactions.

  11. Transplante alogênico de células-tronco hematopoéticas em leucemias agudas: a experiência de dez anos do Hospital das Clínicas da UFMG Allogeneic hematopoietic stem cells transplantation in acute leukemia: ten years of experience in the Hospital das Clínicas - UFMG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana M. Lamego

    2010-01-01

    Full Text Available As leucemias agudas são doenças com alta morbimortalidade para as quais o transplante alogênico de medula óssea é uma opção terapêutica eficaz. Neste artigo, relatamos a experiência de um centro brasileiro com pacientes apresentando leucemia aguda que receberam um enxerto de medula óssea ou células-tronco periféricas de um doador familiar HLA idêntico no período de julho de 1995 a dezembro de 2005. Foi realizado um estudo de coorte retrospectivo, analisando dados de 125 pacientes com mediana de idade de 28,7 anos. Oitenta e um pacientes (64,8% apresentavam leucemia mieloide aguda; 38 (30,4%, leucemia linfoide aguda; e seis (4,8%, leucemia bifenotípica. Trinta e dois pacientes encontravam-se em primeira remissão completa, 23 em segunda remissão e 70 com doença avançada (refratários, recidivados ou além da segunda remissão. A sobrevida global estimada em 10 anos foi de 22,9%. Em relação à situação clínica do paciente no momento do transplante, a sobrevida global em dez anos foi de 56,3% para pacientes em primeira remissão, 38% para os pacientes em segunda remissão, e 3,7% para os pacientes com doença avançada. Considerando-se os pacientes transplantados em primeira e segunda remissão, a evolução foi semelhante aos dados disponíveis na literatura. Entretanto, os resultados dos pacientes transplantados em fase avançada foram ruins, devendo-se discutir o papel do transplante para este grupo.Acute leukemias are a group of diseases with high morbimortality. Allogeneic bone marrow transplantation is an efficacious therapeutic option for their treatment. We report the experience of a Brazilian center in respect to acute leukemia patients who received a bone marrow or peripheral blood allograft from a HLA-matched sibling from July 1995 to December 2005. Data were retrospectively collected. The median age of the 125 patients included in the study was 28.7 years. Eighty-one patients presented with acute myeloid leukemia

  12. Aerocistite aguda induzida por tioglicolato, lipolisacarídeo e Aeromona hydrophila inativada em Piaractus mesopotamicus: efeitos hematológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julieta Rodini Engrácia de Moraes

    2012-10-01

    Full Text Available Os efeitos da injeção de tioglicolato, lipolissacarídio de Escherichia coli e Aeromonas hydrophila inativada na bexiganatatória de pacus, Piaractus mesopotamicus (Characidae foram avaliados quanto às respostas de células vermelhas,leucócitos e trombócitos do sangue. Ensaios quantitativos de eritrócitos, leucócitos e trombócitos foram realizados6, 24 e 48 h após os estímulos e comparados com peixes que receberam solução salina 0,65% pela mesma via. Peixes inoculados com A. hydrophila apresentaram redução do número de eritrócitos e da taxa de hemoglobina enquanto ohematócrito aumentou 6 h após o estímulo. Os resultados mostraram que o tioglicolato e o LPS também induziram redução da hemoglobina e aumento do hematócrito. A contagem de trombócitos diminuiu 6 h após a inoculação deA. hydrophila inativada e aumentou 48 horas após a injeção de LPS. A contagem de leucócitos aumentou 6 h após ainoculação de A. hydrophila enquanto a de linfócitos a leucócitos granulares PAS positivos (PAS_LG diminuiu 24 hdepois. Peixes injetados com tioglicolato o LPS apresentaram aumento do número de LG_PAS em relação aos inoculadoscom A. hydrophila inativada ou grupo controle. A contagem de monócitos não foi afetada pelos diferentes agentes.

  13. Concentrações hormonais e desenvolvimento folicular de vacas leiteiras em hipertermia sazonal e aguda Hormone concentration and follicular development in dairy cows under seasonal and acute hyperthermia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    B.J. Lew

    2006-10-01

    Full Text Available Avaliaram-se as concentrações hormonais e os parâmetros de desenvolvimento folicular de vacas leiteiras expostas ao calor sazonal e agudo. Dividiram-se os animais em quatro grupos: verão (n=5, outono (n=5, inverno com hipertermia aguda (grupo câmara climática, (CC, n=5 e inverno (n=9. Os animais foram abatidos no sétimo dia após a ovulação, e os parâmetros de desenvolvimento folicular avaliados. O líquido folicular do maior folículo foi aspirado e armazenado para posterior análise de hormônios esteróides e inibina. O número de células da granulosa vivas no verão e no outono foi 40 e 45% respectivamente, menor que no inverno (PThe present study evaluated the seasonal and acute heat stress on follicular development and steroid and inhibin concentrations in follicular fluid, in bovine dominant follicle. Cows were distributed into four treatments: summer (n=5, autumn (n=5, animals heat stressed during the winter (n=5 and winter (n=9. On day 7 of the estrous cycle, animals were slaughtered and parameters related to follicle development were evaluated. The follicular fluid (FF was aspirated and stored for further hormonal analysis. During the summer, the number of viable granulosa cells was 40% lower than during the winter, and there was a 45% decrease in this parameter during the autumn (P<0.05. In the winter, estradiol concentration was 62% higher than during the autumn (P<0.05 and 42% higher than during the summer (P<0.06. There was an increase in androstenedione concentration in summer group, when compared to winter (P<0.08 and autumn (P<0.05 groups. Inhibin concentration was higher in winter groups than summer and winter heat stressed groups (P<0.05. Seasonal and acute heat stress altered developmental parameters in dominant follicle and hormonal concentration in follicular fluid, those effects can partially explain the decrease in conception rates during summer.

  14. Respostas cardiovasculares agudas na extensão do joelho realizada em diferentes formas de execução Respuestas cardiovasculares agudas a la extensión de rodilla realizada en diferentes formas de ejecución Acute cardiovascular responses on knee extension at different performance modes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Doederlein Polito

    2004-06-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi verificar as pressões arteriais sistólica (PAS e diastólica (PAD, freqüência cardíaca (FC e duplo-produto (DP durante e após a extensão do joelho realizada de forma uni e bilateral até a exaustão. Dezoito indivíduos - seis homens e 12 mulheres - (33 ± 11 anos; 63,5 ± 11,4kg; 168,6 ± 7,1cm, voluntários, saudáveis e experientes no treinamento de força realizaram três séries de 12 repetições máximas da extensão do joelho, realizadas de forma uni (UN e bilateral (BI. A pressão arterial foi medida pelo método auscultatório ao final de cada série e durante 20 minutos após o exercício, com intervalos de cinco minutos. A ANOVA de duas entradas com medidas repetidas mostrou que a variação percentual em relação ao repouso (D% da PAS foi significativamente maior na 3ª série (UN = 31,7 ± 11,9%; BI = 38,5 ± 10,9% que na 1ª (UN = 19,5 ± 12,5%; BI = 26,0 ± 10,2%. Quanto à PAD, o D% foi maior na 3ª série (UN = 48,5 ± 13,9%; BI = 51,4 ± 13,3% que na 1ª (UN = 30,5 ± 13,0%; BI = 34,9 ± 16,0% e na 2ª (UN = 40,9 ± 15,4%; BI = 47,3 ± 12,9%. Não foram observadas diferenças para FC e DP, assim como entre os modos de execução. Após o exercício, não foram identificadas diferenças entre todas as variáveis observadas. Aparentemente, a forma de execução da extensão unilateral do joelho não repercutiria sobre as respostas cardiovasculares agudas, durante ou após o exercício. Contudo, a execução bilateral mostrou tendência a elevar os valores de PAS e DP em relação à execução unilateral, o que deve ser considerado na prescrição para pessoas que necessitem de cuidados especiais.El objetivo de este estudio fué verificar las presiones arterial sistólica (PAS e diastólica (PAD, frecuencia cardíaca (FC y producto doble (DP durante y después de la extensión de rodilla realizada de forma uni y bilateral hasta el agotamiento. Dieciocho individuos - seis hombres y 12 mujeres

  15. Influência da vitamina D associada ao interferon alfa-peguilado e ribavirina na resposta virológica sustentada na hepatite C crônica

    OpenAIRE

    Luiza Vitelo ANDRIGHETTO; Jacqueline Shaurich dos SANTOS; Graziella NICOLETTI; Patricia Martins BOCK

    2016-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da vitamina D no tratamento de hepatite C com interferon-alfa peguilado e ribavirina. Foram utilizados artigos científicos relevantes publicados entre os anos de 2000 e 2015. Em diversos estudos foi observado que níveis mais elevados de vitamina D estavam associados à rápida resposta ao tratamento e à maior taxa de RVS, sugerindo que a deficiência de vitamina D pode estar ligada a uma falta de resposta ao tratamento antiviral. A i...

  16. Classificação de gravidade na pancreatite aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tercio De Campos

    Full Text Available De acordo com a Classificação de Atlanta a pancreatite aguda pode ser dividida, baseado em sua severidade, em uma forma leve ou grave. Uma série de aspectos têm sido discutidos nos últimos anos, tais como, quantas categorias de gravidade devem ser consideradas; se o doente com falência orgânica é igual ao doente com necrose infectada; qual o papel da falência orgânica transitória; e como avaliar a falência orgânica. A reunião de revista"Telemedicina Baseada em Evidência - Cirurgia do Trauma e Emergência" (TBE-CiTE realizou uma avaliação crítica de artigos relacionados a este tema, considerando três artigos recentes que delinearam duas grandes revisões publicadas nos últimos meses. Estes artigos sugerem a classificação de gravidade em três ou quatro categorias, ao invés de pancreatite aguda leve ou grave, além de discutir qual o melhor escore para avaliar a falência orgânica. As seguintes recomendações foram propostas: (1 A pancreatite aguda deve ser classificada em quatro categorias: leve, moderada, grave e crítica, o que permite uma melhor determinação das características dos doentes; (2 Avaliação de falência orgânica com um escore de gravidade, preferencialmente algum que avalie diretamente cada falência orgânica, tais como o SOFA e o MODS (Marshall. O SOFA parece ter maior acurácia, mas o MODS tem melhor aplicabilidade devido à facilidade de uso.

  17. Avaliação de provas de fase aguda em crianças e adolescentes com artrite idiopática juvenil e sua correlação com atividade da doença Acute phase reactants evaluation in children and adolescents with juvenile idiopathic arthritis and its correlation with disease activity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Alencar M. F. Nicácio

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVO:Analisar a relação entre as provas de fase aguda e a atividade clínica da artrite idiopática juvenil e avaliar a concordância entre velocidade de hemossedimentação e proteína C reativa (VHS e PCR na fase aguda da doença. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo tipo coorte a partir da análise de prontuários de 30 crianças e adolescentes que preenchiam os critérios diagnósticos para artrite idiopática juvenil, estavam em atendimento em ambulatório de Reumatologia Pediátrica e haviam realizado as provas de fase aguda (VHS e PCR. RESULTADOS: Dos 30 pacientes, 21 (70% eram do sexo feminino e 19 (63,3% apresentavam o subtipo oligoarticular da doença. A média de idade de início dos sintomas foi 65,6 meses, a idade de diagnóstico de 85,3 e o tempo de evolução, 57,2 meses. As provas de fase aguda mostraram associação positiva com a atividade de doença. A anemia não teve relação com a atividade de doença. A concordância entre as duas provas de fase aguda foi superior a 80%. CONCLUSÕES: As provas de fase aguda mantêm relação positiva com a atividade da doença e o seu uso concomitante aumenta a especificidade.OBJECTIVE:To analyze the relationship between the acute phase reactants and the disease activity of Juvenile Idiopathic Arthritis (JIA and to evaluate the agreement between erythrocyte sedimentation rate and C-reactive protein during the acute phase of the disease. METHODS: a cohort retrospective study has been conducted based on the analysis of 30 children and adolescents who fulfilled the diagnostic criteria of JIA. All of them were in current follow-up at the pediatric rheumatology outpatient clinic and had acute phase reactants blood tests performed. RESULTS: Studied population comprised 30 patients: 21 (70% of them were females and 19 (63.3% presented oligoarticular subtype. The mean age at disease onset was 65.6 months; the age at diagnosis was 85.3 months and the follow-up had 57.2 months of

  18. Caracterização clinicopatológica da mamilite aguda em ovelhas lactantes infectadas experimentalmente com o herpesvírus bovino 2 Clinic and pathological characterization of acute mammillitis in lactating ewes inoculated with bovine herpesvirus 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina R. Almeida

    2008-01-01

    Full Text Available A mamilite causada pelo herpesvírus bovino tipo 2 (BoHV-2 possui importante repercussão sanitária em gado leiteiro de alguns países, mas a sua patogenia permanece pouco conhecida. Este trabalho descreve a reprodução e caracterização da mamilite aguda em ovelhas lactantes inoculadas com o BoHV-2 na pele do úbere e dos tetos. Cinco de oito ovelhas inoculadas desenvolveram extensas placas com necrose focal, pequenas vesículas e formação de crostas nos locais de inoculação. As lesões foram inicialmente observadas no 4º dia pós-inoculação (pi, progrediram em extensão e gravidade até os dias 7-8pi e posteriormente regrediram. O vírus foi isolado das lesões entre os dias 7 e 8 pi. Antígenos virais e partículas típicas de herpesvírus foram demonstrados por microscopia eletrônica em biópsias de lesões coletadas nos dias 5, 6 e 10pi. Os achados histológicos foram caracterizados por necrose epitelial, erosões e úlceras, com formação de células sinciciais e infiltrado inflamatório linfoplasmocitário na derme. Associadas a essas lesões observaram-se inclusões eosinofílicas intranucleares em células epiteliais, sinciciais e inflamatórias. Em um segundo experimento, 7 de 10 cordeiros inoculados na mucosa nasal desenvolveram hiperemia e descarga nasal, bem como vesículas e erosões no focinho. O vírus foi isolado das secreções nasais por até três dias e todos os cordeiros soroconverteram ao BoHV-2. Tentativas de reativar a infecção latente pela administração de dexametasona no 40º dia pi foram infrutíferas, pois não foram observados re-excreção viral, recrudescência clínica ou soroconversão. Esses resultados demonstram que ovelhas são susceptíveis à infecção experimental pelo BoHV-2 e desenvolvem lesões semelhantes às observadas em casos naturais de mamilite herpética. Além disso, esses resultados sugerem o uso dessa espécie animal como modelo para o estudo de vários aspectos da biologia da

  19. Magnetic fields and acute lymphoblastic leukemia in children: a systematic review of case-control studies Campos magnéticos e leucemia linfocítica aguda em crianças: revisão sistemática de estudos caso-controle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Maria Pelissari

    2009-01-01

    Full Text Available Leukemia incidence in children has increased worldwide in recent decades, particularly due to the rise in acute lymphoblastic leukemia. Studies have associated exposure to non-ionizing radiation generated by low frequency magnetic fields with childhood leukemia. The current article reviews the case-control studies published on this subject. Of 152 articles tracked in different databases, ten studies from North America, Asia, and Europe met the defined selection criteria, with patients diagnosed from 1960 to 2004. Methodological limitations were observed in these articles, including difficulties with the procedures for assessing exposure. An association may exist between exposure to low frequency magnetic fields and acute lymphoblastic leukemia in children, but this association is weak, preventing the observation of consistency in the findings. Future studies from a wider range of geographic regions should focus on the analysis of acute lymphoblastic leukemia, which is the subtype with the greatest impact on the increasing overall incidence of childhood leukemia.A incidência de leucemias em crianças tem aumentado nas últimas décadas no mundo, com influência predominante da leucemia linfocítica aguda, principal subtipo em crianças. Estudos têm relacionado a exposição às radiações não-ionizantes geradas pelos campos magnéticos de baixa freqüência com leucemia infantil. Neste artigo foram revisados os estudos caso-controle publicados sobre essa questão. Dos 152 artigos localizados em diferentes bases de dados, dez estudos da América do Norte, Ásia e Europa preencheram os critérios de seleção, comportando pacientes diagnosticados entre 1960 e 2004. Algumas limitações metodológicas foram observadas como dificuldades nos procedimentos de avaliação da exposição. É possível a existência de associação entre exposição a campos magnéticos de baixa freqüência e leucemia linfocítica aguda em crianças, porém, a for

  20. Doença de Chagas aguda: vias de transmissão, aspectos clínicos e resposta à terapêutica específica em casos diagnosticados em um centro urbano Acute Chagas' disease: transmission mechanisms, clinical features and specific therapeutic response in cases diagnosed in an urban center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. Shikanai-Yasuda

    1990-02-01

    Full Text Available Relata-se o quadro clínico de 27 pacientes com doença de Chagas aguda, acompanhados no ambulatório da Clínica de Doenças Infecciosas e Parasitárias do Hospital das Clínicas da FM-USP no período de 1974 a 1987. As vias de transmissão envolvidas foram: vetorial em 7 casos, transfusional em 9, transplante de rim e/ou transfusional em 4, acidental em 1, via oral em 3, provável aleitamento materno em 1, congênita ou aleitamento materno em 1, congênita ou transfusional em 1. Pacientes com infecção por via vetorial eram procedentes da Bahia e Minas Gerais, tendo 6 apresentado a doença de 1974 a 1980 e um em 1987. Já os pacientes infectados por via transfusional adquiriram a doença na Grande São Paulo, 7 deles após 1983. O quadro clínico foi oligossintomático ou assintomático em 4 pacientes, sendo 3 deles imunodeprimidos por doença de base ou por medicamentos. Em outros 2 pacientes imunodeprimidos ocorreu miocardite grave com insuficiência cardíaca congestiva. O quadro clínico foi também mais grave em 5 de 6 crianças menores de dois anos de idade, qualquer que fosse a via de transmissão. A avaliação de 16 pacientes tratados na fase aguda com benzonidazol (4-10mg/kg/dia por 30 a 60 dias mostrou falha terapêutica em 4/16 (25,0%, possível sucesso terapêutico em 9/16 (56,2%, sendo inconclusivos os resultados em 3/16 (18,8%. A reação de LMC foi concordante com o xenodiagóstico em 18 e 22 casos (agudos e na fase crônica inicial, e se negativou mais precocemente que as RSC. No seguimento pós-terapêutico, observou-se aparecimento de doença linfoproliferativa em um paciente com anemia aplástica e que recebia corticosteróide 6 anos após o emprego de benzonidazol.The authors report clinical features and therapeutic response of 24 outpatients with acute Chagas' disease, and 3 in the initial chronic phase, referred to the Clinic for Infectious and Parasitic Diseases of the FMUSP "Clínicas" Hospital between 1974 and 1987

  1. Incidência comparativa da apendicite aguda em população miscigenada, de acordo com a cor da pele Comparative incidence of acute appendicitis in a mixed population, related to the skin color

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andy Petroianu

    2004-03-01

    Full Text Available RACIONAL: Apendicite aguda é uma emergência cirúrgica muito comum, mas sua etiopatogenia ainda permanece incompreendida. OBJETIVO: Avaliar aspectos epidemiológicos da apendicite aguda relacionados à cor da pele, sexo e idade. MÉTODOS: Foram estudados 500 pacientes operados de apendicite aguda e outros 500 doentes aleatórios tratados por diferentes doenças no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG. Avaliaram-se sexo, idade e cor da pele. Os resultados foram comparados por meio do teste qui-quadrado. RESULTADOS: Significativa prevalência de pacientes leucodérmicos (73,8% foi verificada nessas séries. Não houve predominância por sexo. O número de homens leucodérmicos com apendicite aguda foi significativamente maior do que homens leucodérmicos do grupo-controle. A incidência de melanodérmicos com apendicite foi significativamente menor do que a de pacientes negros do grupo-controle. A idade média da apendicite aguda foi de 23,2 anos para os pacientes leucodérmicos e de 32,3 anos para os melanodérmicos. CONCLUSÕES: Foi nítida a relação entre apendicite aguda com a cor branca da pele.BACKGROUND: Acute appendicitis is a very common surgical emergency, but its etiology and pathology remain incompletely understood. OBJECTIVE: To elucidate epidemiological aspects of acute appendicitis related to skin color, gender and age. METHODS: Five-hundred patients operated on for acute appendicitis, and other 500 patients treated for different diseases and considered as a control group were studied at "Hospital das Clínicas", Federal University of Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brazil. Gender, age and skin color were investigated. The results were compared by chi-square test. RESULTS: There was no prevalence related to gender. A significant prevalence of white patients (73.8% was verified in this series. The number of white men with appendicitis was significantly higher than white men in the

  2. Hemodiluição normovolêmica aguda em crianças submetidas a artrodese de coluna vertebral pela via posterior Hemodilución normovolémica aguda en niños sometidos a artrodesis de columna vertebral por la vía posterior Acute normovolemic hemodilution in children submitted to posterior spinal fusion

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gizelda S de Oliveira

    2004-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A hemodiluição normovolêmica aguda (HNA é um método de transfusão autóloga simples e de baixo custo. O objetivo deste estudo foi verificar se a HNA pode reduzir a necessidade de sangue homólogo em crianças submetidas à artrodese da coluna vertebral pela via posterior e avaliar as complicações decorrentes da hemodiluição nesse tipo de paciente. MÉTODO: Participaram do estudo 25 crianças, estado físico ASA I e II, submetidas a artrodese de coluna pela via posterior, e que receberam HNA (grupo H. Foram registrados os valores do hematócrito no início e fim da cirurgia, na alta da terapia intensiva e do hospital, o percentual de crianças que recebeu transfusão homóloga durante e após a cirurgia e as complicações ocorridas no intra e no pós-operatório. Os dados do grupo H foram comparados com outro grupo de crianças submetidas ao mesmo tipo de cirurgia, mesma técnica anestésica, porém sem HNA (grupo S. RESULTADOS: As medianas de idade e peso dos dois grupos H e S foram respectivamente 13 e 12 anos e 41,5 e 34 kg. Foram retirados 523 ml de sangue do grupo H, no início da cirurgia, equivalente a 17,1% da volemia, e reinfundida simultaneamente solução de Ringer com lactato, reduzindo o hematócrito para 28,8% ± 3.72%. No final da cirurgia, após a reinfusão do sangue autólogo, hematócrito atingiu o valor médio de 27% no grupo H e 30,4% no grupo S (p = 0,01. Na alta da unidade de terapia intensiva e na alta do hospital, as diferenças entre os hematócritos não eram estatisticamente significativas. Transfusão de sangue homólogo foi utilizada em 28% das crianças do grupo H e 79% do grupo S (p = 0,001. Hipotensão arterial ocorreu em 28% dos pacientes do grupo H e 37,5% do grupo S (p = 0,9. No grupo S, 4 pacientes tiveram complicações infecciosas importantes no pós-operatório. A duração da internação hospitalar nos grupos H e S foram, respectivamente, 7,56 ± 3,203 dias e 9,75

  3. Custo-efetividade dos análogos de nucleosídeos/nucleotídeos para hepatite crônica B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Maciel Almeida

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conduzir uma análise de custo-efetividade das alternativas medicamentosas com terapia de resgate na recaída por resistência viral para tratamento de pacientes com hepatite crônica B (HCB. MÉTODOS: Coorte hipotética de pacientes com HCB, HBeAg negativo, sem evidência clínica ou histológica de cirrose, DNA do VHB detectável, diagnóstico histológico da doença, HBsAg positivo no soro por mais de seis meses, elevados níveis de alanina transferase (ALT (duas vezes maior que o limite superior da normalidade [LSN] e média de idade de 40 anos. Modelo de Markov foi desenvolvido para a hepatite crônica B (antígeno HBeAg negativo com horizonte temporal de 40 anos. Custos e benefícios foram descontados em 5%. As taxas anuais de progressão, custos devido a complicações e a eficácia dos medicamentos foram obtidos da literatura. As incertezas foram avaliadas por análises de sensibilidade unidirecional e probabilística. RESULTADOS: Iniciar o tratamento com entecavir resultou em 0,35 ano de vida ganho em relação à lamivudina. A razão de custo-efetividade incremental foi de R$ 16.416,08 por anos de vida ganhos. Na análise de sensibilidade a razão de custo-efetividade incremental foi mais sensível à variação na probabilidade de transição de hepatite crônica B para cirrose compensada, taxa de desconto e preço dos medicamentos (± 10%. Na análise de sensibilidade probabilística, a curva de aceitabilidade mostrou que iniciar com entecavir foi a alternativa mais custo-efetiva na comparação ao uso de lamivudina. CONCLUSÕES: A disponibilidade do entecavir é economicamente atrativa como parte do tratamento precoce para pacientes com hepatite crônica B sem coinfecção com o HIV.

  4. Ataxias agudas en la infancia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yaline Betancourt Fursow

    2013-09-01

    Full Text Available La ataxia cerebelosa aguda infantil (ACAI es la forma más frecuente de complicación neurológica por el virus de la varicela.Descritas dentro del grupo de las cerebelitis agudas. Los objetivos de este estudio fueron: evaluar la presentación clínica, manejo y seguimiento de niños hospitalizados con ACAI en un hospital pediátrico terciario donde la inmunización para varicela no está disponible (parte I y describir los diagnósticos diferenciales de la cerebelitis aguda (parte II. Estudiamos 95 pacientes. Los criterios diagnósticos de ataxia aguda se basaron en: pérdida aguda de la coordinación o dificultad para la marcha con o sin nistagmo asociado y duración menor de 48 horas, en un niño previamente sano. Estos criterios se cumplían en todos los casos valorados, excepto en las ataxias secundarias a ingesta de tóxicos, en los que la duración debía ser menor de 24 horas para su inclusión en el estudio. Se registraron los datos en una historia clínica pediátrica y neurológica. Entre los pacientes inmunosuprimidos la incidencia mayor fue la complicación por varicela. La mayoría de los pacientes fueron varones. El rango de edad fue la preescolar, 5 años . El intervalo entre la presentación del rash y el ingreso fue de 1 a 3 días. El estudio de LCR se practicó en 59.5% de los casos. La TAC y la resonancia magnética cerebral (RM presentaron edema en el 33.3%. El aciclovir endovenoso fue utilizado en 23 pacientes; pero no hubo diferencias significativas en las manifestaciones clínicas y seguimiento entre tratados y no tratados. La ataxia fue la primera manifestación clínica. La estadía hospitalaria fue de 4 días (rango: 2-11 días.

  5. A evolução do conhecimento sobre as hepatites virais na região amazônica: da epidemiologia e etiologia à prevenção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberta Bensabath

    2004-01-01

    Full Text Available Desde os anos cinqüenta uma doença similar a febre amarela, porém considerada como nova doença, ocorre em áreas dos vales dos Rios Juruá, Purus e Madeira. Temida pelos residentes locais pela alta letalidade, sendo clinicamente uma hepato-encefalopatia de evolução fulminante (média de 5 a 6 dias. Dos que apresentam manifestações neurológicas 90% evoluem a óbito. A doença é popularmente conhecida como febre negra de Lábrea e pelos patologistas como hepatite de Lábrea pela histopatologia hepática mostrar o aspecto vacuolar dos hepatócitos, daí considerarem-na uma nova doença. Incide principalmente em crianças e adolescentes do sexo masculino. O achado do HBsAg e de marcadores de vírus da hepatite D no soro e fígado dos pacientes, levaram os pesquisadores a considerarem a febre negra de Lábrea como uma superinfecção ou coinfecção do HDV. Na falta de vacina específica contra o HDV, a vacinação contra hepatite B aplicada após o nascimento é a prevenção recomendada.

  6. Conhecimento dos obstetras sobre a transmissão vertical da hepatite B Knowledge of obstetricians about the vertical transmission of hepatitis B virus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joseni Santos da Conceição

    2009-03-01

    Full Text Available CONTEXTO: A transmissão vertical é responsável por 35% a 40% dos novos casos de hepatite B no mundo e a infecção precoce pelo vírus da hepatite B aumenta o risco de evolução para a hepatite crônica, cirrose e carcinoma hepatocelular. OBJETIVO: Determinar o conhecimento dos obstetras sobre as práticas para o diagnóstico da infecção pelo vírus da hepatite B em gestantes e as condutas para a prevenção desta infecção em recém-nascidos de mães infectadas. MÉTODOS: Foram sorteados aleatoriamente profissionais de saúde cadastrados na Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia da Bahia, que foram convidados a responder um questionário anônimo com informações sobre sua formação acadêmica, o local de trabalho, o contato com estudantes e as suas práticas profissionais em relação ao vírus da hepatite B. Adotou-se como critério de exclusão o não exercício atual da obstetrícia e a não residência na Bahia. A análise dos dados foi feita através do programa estatístico Epiinfo e para análise das correlações foi adotado intervalo de confiança de 95%. RESULTADOS: Foram entrevistados 301 obstetras, dos quais 90,3% reconheciam a transmissibilidade vertical do vírus da hepatite B e 81,7% solicitavam algum exame para detecção de hepatite B durante o pré-natal de suas pacientes. Sessenta e seis por cento dos médicos entrevistados referiram o AgHBs como o marcador sorológico mais adequado para avaliar a presença de infecção pelo VHB. Apenas 13,0% destes profissionais indicavam de modo sistemático a vacina contra a hepatite B e a administração de imunoglobulina nas primeiras 12 horas de vida do recém-nascido de mães infectadas. O número de respostas corretas quanto à transmissibilidade vertical do VHB, ao marcador sorológico mais adequado e à conduta para o recém-nascido de mãe infectada foi maior entre os obstetras que possuíam o Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia que entre os demais

  7. O cuidado nos centros municipais educacionais infantis em relação às infecções respiratórias agudas = The care in the municipal centers for children education about acute respiratory infections

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eloeth Kaliska Piva

    2012-01-01

    Full Text Available As infecções respiratórias agudas (IRA são causa de morbidade e mortalidade na infância, e sua crescente manifestação e transmissão nos centros educacionais infantis têm sugestionado maior atenção aos cuidados prestados nesses locais as crianças. Este estudo teve por objetivo conhecer as atitudes preventivas e curativas do cuidado proporcionado pelos monitores educacionais dos Centros Municipais Educacionais Infantis da Cidade de Cascavel - PR diante das IRA. Para tanto, realizamos entre novembro a dezembro de 2008, uma pesquisa qualitativa com 12 monitores educacionais, por meio da entrevista semi-estruturada gravada. Os aspectos emergentes das entrevistas foram pontuados e orientado na ótica do cuidado integral de José Ricardo de Carvalho Mesquita Ayres. As ações das monitoras educacionais em relação as IRA têm caráter curativo, sendo fundamentadas no cuidado técnico e entendimentos causais. Nessas ações faltam elementos que compõem o cuidado integral como o movimento, a interação, a reconstrução de identidades e alteridades, a não-causalidade, a plasticidade, a temporalidade e a responsabilidade. Diante disso, enfatiza-se a necessidade de preparar os monitores e as instituições para o cuidado integral. E, sobretudo, a articulação dos centros educacionais aos setores de saúde promovendo a aplicação de estratégias para o controle, prevenção e promoção da saúde das crianças.Acute respiratory infections are the causes of morbidity and mortality during infancy and childhood. Their increasing manifestation and transmission in day-care centers have demanded greater attention for children’ care in such institutions. Current research investigates prevention and care activities provided by educational monitors of day-care center in Cascavel, Paraná State, Brazil, with regard to acute respiratory infections. A qualitative research was undertaken with 12 educational monitors between November and December 2008

  8. Evidência sorológica da infecção aguda pelo Toxoplasma gondii em gestantes de Cascavel, Paraná Serological evidence of acute Toxoplasma gondii infection in pregnant women in Cascavel, Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sônia de Lucena Mioranza

    2008-12-01

    Full Text Available Para verificar a ocorrência da toxoplasmose em Cascavel, Paraná, cidade próxima a região onde ocorreu o maior surto epidêmico descrito mundialmente, 334 amostras de soros de gestantes foram triadas pelo ensaio imunoenzimático comercial IgG no Laboratório Municipal de Cascavel, e confirmadas no Instituto de Medicina Tropical de São Paulo por imunofluorescência IgG, ensaio imunoenzimático e avidez de IgG in house. A soropositividade pelo IgG comercial foi 54,2%, pela imunofluorescência 54,8% e pelo IgG in house 53,9%, com boa concordância entre imunofluorescência/IgG comercial (Kappa=0,963781; co-positividade=97,8%; co-negatividade=98,7% e imunofluorescência/IgG in house (Kappa=0,975857; co-positividade=97,8%; co-negatividade=100%. A evidência de infecção aguda nas gestantes foi similar tanto pela avidez de IgG (2,4% ao ano como pela análise estatística de tendência (teste χ2 por faixa etária (2% ao ano, sugerindo que a triagem sorológica pré-natal e a vigilância epidemiológica são imprescindíveis para redução do risco da toxoplasmose na região, embora sem evidência de surto epidêmico.In order to investigate the incidence of toxoplasmosis in Cascavel, Paraná, a city near the region where the largest reported epidemic outbreak in the world occurred, 334 serum samples from pregnant women were screened using a commercial IgG immunoenzymatic assay at the Municipal Laboratory in Cascavel and were confirmed at the Institute of Tropical Medicine in São Paulo, by means of IgG immunofluorescence, immunoenzymatic assaying and the in-house IgG avidity test. The IgG seropositivity from the commercial test was 54.2%, from immunofluorescence 54.8% and from the in-house IgG 53.9%, with good agreement between immunofluorescence and the commercial IgG test (kappa = 0.963781; co-positivity = 97.8%; co-negativity = 98,7% and between immunofluorescence and the in-house IgG (kappa = 0.975857; co-positivity = 97.8%; co

  9. Comparação de critérios diagnósticos de insuficiência renal aguda em cirurgia cardíaca Comparison of diagnostic criteria for acute kidney injury in cardiac surgery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Campos Sampaio

    2013-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há grande controvérsia quanto ao diagnóstico de Insuficiência Renal Aguda (IRA, existindo mais de 30 diferentes definições. OBJETIVO: Avaliar a incidência e os fatores de risco para desenvolvimento de IRA no pós-operatório de cirurgia cardíaca de acordo com os critérios RIFLE, AKIN e KDIGO, e comparar o poder prognóstico desses critérios. MÉTODOS: Estudo de corte transversal que incluiu 321 pacientes (62 [53 - 71] anos, 140 homens consecutivamente submetidos a cirurgia cardíaca entre junho de 2011 e janeiro de 2012. Os pacientes foram acompanhados por 30 dias, com vistas ao desenvolvimento de um desfecho composto (mortalidade, necessidade de diálise e internação prolongada. RESULTADOS: A incidência de IRA variou de 15% - 51%, conforme o critério diagnóstico adotado. Enquanto a idade se associou ao risco de IRA nos três critérios, houve variação nos demais determinantes. Durante o acompanhamento, 89 pacientes apresentaram o desfecho e todos os critérios se associaram ao risco aumentado na análise Cox univariada e após o ajuste para idade, sexo, diabetes e tipo de cirurgia. Contudo, após novo ajuste para tempo de circulação extracorpórea e presença de baixo débito cardíaco, apenas o diagnóstico de IRA pelo critério KDIGO manteve esta associação significativa (HR= 1,89 [95% IC: 1,18 - 3,06]. CONCLUSÕES: A incidência e os fatores de risco para IRA pós-cirurgia cardíaca têm grande variação de acordo com os critérios diagnósticos utilizados. Em nossa análise, o critério KDIGO se mostrou superior ao AKIN e ao RIFLE quanto ao seu poder prognóstico.BACKGROUND: There is considerable controversy regarding the diagnosis of Acute Kidney Injury (AKI, and there are over 30 different definitions. OBJECTIVE: To evaluate the incidence and risk factors for the development of AKI following cardiac surgery according to the RIFLE, AKIN and KDIGO criteria, and compare the prognostic power of these criteria

  10. Insuficiência respiratória aguda causada por pneumonia em organização secundária à terapia antineoplásica para linfoma não Hodgkin Acute respiratory failure caused by organizing pneumonia secondary to antineoplastic therapy for non-Hodgkin's lymphoma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriell Ramalho Santana

    2012-12-01

    Full Text Available Doenças difusas do parênquima pulmonar pertencem a um grupo de doenças de evolução geralmente subaguda ou crônica, mas que podem determinar insuficiência respiratória aguda. Paciente masculino, 37 anos, em terapia para linfoma não Hodgkin, admitido com tosse seca, febre, dispneia e insuficiência respiratória aguda hipoxêmica. Iniciadas ventilação mecânica e antibioticoterapia, porém houve evolução desfavorável. Tomografia computadorizada de tórax mostrava opacidades pulmonares em "vidro fosco" bilaterais. Devido ao paciente ter feito uso de três drogas relacionadas à pneumonia em organização (ciclofosfamida, doxorrubicina e rituximabe e quadros clínico e radiológico serem sugestivos, iniciou-se pulsoterapia com metilprednisolona com boa resposta. Pneumonia em organização pode ser idiopática ou associada a colagenoses, drogas e neoplasias, e geralmente responde bem a corticoterapia. O diagnóstico é anatomopatológico, mas condições clínicas do paciente não permitiam a realização de biópsia pulmonar. Pneumonia em organização deve ser diagnóstico diferencial em pacientes com aparente pneumonia de evolução desfavorável ao tratamento antimicrobiano.Interstitial lung diseases belong to a group of diseases that typically exhibit a subacute or chronic progression but that may cause acute respiratory failure. The male patient, who was 37 years of age and undergoing therapy for non-Hodgkin's lymphoma, was admitted with cough, fever, dyspnea and acute hypoxemic respiratory failure. Mechanical ventilation and antibiotic therapy were initiated but were associated with unfavorable progression. Thoracic computed tomography showed bilateral pulmonary "ground glass" opacities. Methylprednisolone pulse therapy was initiated with satisfactory response because the patient had used three drugs related to organizing pneumonia (cyclophosphamide, doxorubicin and rituximab, and the clinical and radiological symptoms were

  11. Biological diversity variations of pediatric acute leukemia in Brazil: contribution of immunophenotypic profiles to epidemiological studies Diversidades biológicas da leucemia aguda em crianças no Brasil: contribuição de perfis imunofenotípicos para estudos epidemiológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria S. Pombo-de-Oliveira

    2005-03-01

    Full Text Available We describe the demographic and biological characteristics of 1,459 children with acute leukemia in Brazil to compare the effect of immunophenotypic differences with environmental factors that might be involved in the etiology of acute lymphoblastic leukemia (ALL. Combined morphological and immunological classifications were available for 96% of cases. Of these, 55% were B cell precursor ALL comprising pro-B ALL and c-ALL, 15% T-ALL and 1.6% mature B-ALL. The proportion of Bp and T-ALL differed by race with 59% of whites being Bp-ALL and 60.7% of non-whites being T-ALL. Further inspection of these data revealed that the proportions of whites in each type (Bp/T-cell ALL are almost identical in older children (60.3% and 59.3% respectively but differ substantially in younger cases (Os autores descrevem as características biológicas de 1.459 crianças com leucemias agudas no Brasil, para comparar os efeitos de diferentes perfis imunofenotípicos com fatores ambientais que podem estar associados à etiologia das leucemias linfoblásticas agudas (LLA. As classificações morfológicas e imunofenotípicas combinadas foram aplicadas em 96% dos casos. Nestes, 55% foram classificados como LLA de células B precursoras (LLA-Bp que compreendem LLA-pro-B e LLA-comum, 15% LLA-T, e 1,6% LLA-B. A proporção de LLA-Bp e LLA-T difere entre si quanto à raça, com 59% das LLA-Bp em crianças brancas, enquanto 60,7% LLA-T em crianças não-brancas. No entanto, as análises proporcionais de brancos versus não brancos para cada subtipo, quando ajustadas por idade, são semelhantes em crianças maiores de 6 anos (60,3% LLA-Bp e 59,3% LLA-T, mas diferem substancialmente em crianças menores, com 63,6% de LLA-Bp e 37,3% de LLA-T em brancos (0,0001. Estes resultados são consistentes com excesso de LLA-Bp em crianças brancas mais jovens, embora a distribuição entre LLA-Bp e LLA-T em cada região seja semelhante sem significado estatístico. As taxas de incid

  12. Ataxia cerebelar aguda na criança

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valeriana Moura Ribeiro

    1968-03-01

    Full Text Available São relatados os casos de 6 crianças com ataxia cerebelar aguda. Admitem os autores a presença de um fator etiológico de caráter viral comum a todos êles, discutindo os mecanismos patogênicos com base nos casos da literatura. A evolução foi favorável em todos os pacientes, com regressão completa da sintomatologia, dentro do período de 6 a 60 dias.

  13. Lúpus eritematoso sistêmico e pancreatite aguda: relato de dois casos

    OpenAIRE

    Azevedo, Ana Beatriz Cordeiro de; Brito, Fabiano Almeida; Santos, Flávia Patrícia Sena Teixeira; Ferreira, Gilda Aparecida; Carvalho, Marco Antônio Parreiras de

    2003-01-01

    A pancreatite aguda é uma manifestação incomum do lúpus eritematoso sistêmico (LES) e a freqüência desta associação não é conhecida. Contudo, a pancreatite aguda é um diagnóstico diferencial importante na avaliação da dor abdominal em pacientes com LES. Os pacientes, normalmente, apresentam dor de intensidade variável, algumas vezes simulando abdome agudo. Vários fatores têm sido implicados na patogênese desta condição, tais como fenômenos autoimunes, vasculite, anticorpos antifosfolípides e ...

  14. Síndrome da angústia respiratória aguda associada à varicela em paciente adulto: exemplo de suporte respiratório extracorpóreo em doenças endêmicas brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela da Silva Mendes

    2014-12-01

    Full Text Available Descreveu-se aqui o caso de um homem de 30 anos de idade com quadro de varicela grave, hipoxemia refratária, vasculite do sistema nervoso central e insuficiência renal anúrica. Foi necessário transporte por ambulância com suporte respiratório extracorpóreo veno-venoso, sendo este utilizado até a recuperação do paciente. Discute-se o potencial uso de oxigenação por membrana extracorpórea em países em desenvolvimento para o controle de doenças comuns nestas áreas.

  15. Análise espacial de indicadores integrados determinantes da mortalidade por diarreia aguda em crianças menores de 1 ano em regiões geográficas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Ferraz Bühler

    2014-10-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é realizar a análise espacial de indicadores integrados de ambiente e saúde relativos aos fatores condicionantes da mortalidade por diarreia em menores de 1 ano nas regiões brasileiras no ano de 2010. Foram formulados 7 indicadores socioambientais, construídos a partir do banco de dados do Sistema IBGE de Recuperação Automática do Censo Demográfico de 2010. Os dados de óbitos por diarreia em crianças menores de 1 ano e de nascidos vivos foram obtidos das bases de dados dos Sistemas de Informação de Mortalidade e do Sistema de Informação de Nascidos Vivos do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde. As microrregiões situadas nas regiões Norte e Nordeste, apresentaram, em 2009, respectivamente, 5 e 4 vezes mais taxa de mortalidade por diarreia em menores de 1 ano, que a região Sul. As crianças menores de 1 ano residentes nas microrregiões localizadas nas regiões Norte e Nordeste estão mais expostas ao risco de óbito pela diarreia, uma vez que nestes locais concentram-se os piores valores para os indicadores socioambientais relacionados à pobreza e ao saneamento básico. Neste sentido, políticas públicas sociais, econômicas, ambientais, culturais e de saúde devem embasar-se no princípio de equidade para atender as diferentes necessidades locais de cada região.

  16. O mosaico patogênico da pancreatite aguda grave

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Cavalcante Carneiro

    Full Text Available A pancreatite aguda tem sido alvo de grandes discussões que vão desde o entendimento de sua fisiopatologia até a investigação de novas modalidades terapêuticas. Reconhece-se que a necrose pancreática e a falência orgânica múltipla - mormente associadas à infecção - representam os principais fatores determinantes da evolução para o óbito, mas, apesar dos grandes avanços em seu estudo, a doença permanece como um desafio para o clínico e o cirurgião. Deste modo, um melhor conhecimento dos mecanismos envolvidos em sua fisiopatologia pode ser a chave para um tratamento mais eficaz, principalmente em relação às formas graves, cuja letalidade ainda encontra-se substancialmente elevada. Baseado nestas considerações, o presente trabalho tem por objetivo a revisão bibliográfica da fisiopatologia, dos fatores patogênicos envolvidos na história natural da pancreatite aguda grave e dos eventos associados à síndrome da resposta inflamatória sistêmica e à sepse, esboçando-se assim o mosaico patogênico desta importante condição.

  17. Transplante de células-tronco hematopoéticas em crianças e adolescentes com leucemia aguda: experiência de duas instituições Brasileiras Hematopoietic stem cell transplantation in children and adolescents with acute leukemia: experience of two Brazilian institutions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliane Morando

    2010-01-01

    Full Text Available O transplante de células-tronco hematopoéticas (TCTH é o tratamento de escolha para leucemias agudas de alto risco. Apesar da melhora na sobrevida destes pacientes, a recidiva continua sendo a maior causa de óbito pós-transplante de células-tronco hematopoéticas. O objetivo deste trabalho foi analisar os resultados dos transplantes realizados em crianças com leucemia aguda em duas instituições brasileiras. Realizou-se estudo retrospectivo de 208 pacientes transplantados entre 1990-2007. Mediana de idade: 9 anos; 119 pacientes com leucemia linfoide aguda (LLA e 89 com leucemia mieloide aguda (LMA. Doença precoce: CR1 e CR2. Doença avançada: >CR3, doença refratária ou recidivada. Noventa pacientes vivos entre 258-6.068 dias (M:1.438, com sobrevida global (SG de 45% (3 anos e a sobrevida livre de recaída (SLR 39% (três anos. 14/195 pacientes tiveram falha primária de pega (8%. Não houve diferença na sobrevida global e sobrevida livre de recaída entre pacientes com leucemia linfoide aguda e leucemia mieloide aguda, entre transplantes aparentados e não aparentados, tampouco entre as fontes de células utilizadas. O desenvolvimento da doença do enxerto contra hospedeiro (DECH aguda ou crônica também não influenciou a sobrevida global e sobrevida livre de recaída. Pacientes com leucemia linfoide aguda condicionados com irradiação corporal total (TBI apresentaram melhor sobrevida global e sobrevida livre de recaída (pHematopoietic Stem Cell transplantation (HSCT is the treatment of choice for patients with high-risk leukemia. In spite of this, relapse remains a major cause of death of these patients. Our objective was to analyze the outcomes of patients with acute leukemia submitted to hematopoietic stem cell transplantation in two Brazilian institutions. A retrospective study of 208 patients transplanted between 1990 and 2007 with a median age of 9 years (range: 1-18 years was made. One hundred and nineteen patients had

  18. A hepatite B e os movimentos migratórios no Estado de Mato Grosso, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco José Dutra Souto

    2004-01-01

    Full Text Available A hepatite B é a principal causa de doença hepática na Amazônia, sendo um de seus maiores problemas de saúde pública. A partir dos anos 70, intensificou-se a migração para o sul da Amazônia. No norte do Estado de Mato Grosso, Brasil, foram identificados surtos de hepatite B comunitária e alta prevalência de seus marcadores entre os migrantes após meses da chegada. Análise de subtipos do antígeno de superfície do virus sugere que os migrantes trouxeram o agente infeccioso de suas regiões de origem. Fatores ambientais e comportamentais provavelmente facilitaram a rápida disseminação do vírus da hepatite B nessas comunidades. Dados mais recentes demonstram que a manutenção de vacinação e vigilância nas regiões mais acometidas está diminuindo a incidência da infecção. O aumento do número de casos de hepatite delta entre os portadores do vírus B no norte do Estado de Mato Grosso começa a ser detectado, provavelmente resultante do maior contato com os Estados vizinhos, que têm alta prevalência de hepatite delta.

  19. Hepatit A Enfeksiyonu Sonrası Gelişen Bir Guillian-Barre Sendromu Olgusu+

    OpenAIRE

    Özışık, Handan Işın; Kızkın, Sibel; Çalışkan, Özden; Özcan, Cemal

    2002-01-01

    Guillian-Barre Sendromu ile enfeksiyon hastalıkları arasındaki ilişki iyi bilinmektedir. Hepatit A enfeksiyonu sırasında GBS gelişimi ender görülen bir tablodur. Hepatit A enfeksiyonuna bağlı olarak gelişen GBS'lu olgular gözden geçirildiğinde bazı ortak klinik özellikleri saptanmıştır. Bunlar: 1- Erkeklerde daha sık olması 2- Hepatit A enfeksiyonundan ortalama 14 gün sonra gelişmesi 3- Fasiyal sinir ve bulbar tutulumun sık olması 4- Yüzeyel duyu bozukluklarına ek olarak p...

  20. Aspectos histomorfológicos e respiratórios em modelo de lesão pulmonar aguda por sepse em ratos tratados com pentoxifilina Histomorphologic and respiratory aspects of acute lung injury in rats induced by experimental sepsis and under pentoxifylline treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wagner Rogerio Souza de Oliveira

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar as alterações histomorfológicas e respiratórias em modelo de lesão pulmonar aguda por sepse em ratos tratados com pentoxifilina. MÉTODOS: Foram utilizados 15 ratos adultos distribuídos em três grupos (n=5, por grupo, assim constituídos: GC - receberam apenas ventilação mecânica; GS - Animais sépticos tratados com solução salina e mecanicamente ventilados; GS+PTX - Animais sépticos, com infusão de pentoxifilina e mecanicamente ventilados. Todos os animais foram ventilados por um período de 180 minutos. Ao final deste período, foram avaliadas variáveis gasométricas (gasometria arterial, gravimétricas (relação peso úmido/peso seco, concentração de proteínas totais no lavado broncoalveolar e histomorfométricas (espessura dos septos alveolares. Os dados obtidos foram submetidos a análise estatística (P OBJECTIVE: Respiratory repercussion on acute lung injury in a model of induced sepsis intraperitoneally. METHODS: Fifteen animals taken at random were submitted to adult male Wistar rats. The rats were randomly divided into 3 groups (n=15: Group C - control group received only mechanical ventilation; Group S - rats received live Escherichia coli (E. coli intraperitoneally (septic and after 6 hours they were treated with normal saline infusion and ventilated with a low tidal volume. Group S+PTX - rats received live Escherichia coli intraperitoneally (septic and after 6 hours they were treated with pentoxifylline (PTX infusion and ventilated with a low tidal volume. All animals were ventilated during 180 minutes. We analyzed the arterial blood gases, gravimetric indices and histomorphometric analysis. RESULTS: Blood gases, wet to dry ratios, and total protein concentrations in the bronchoalveolar lavage were analyzed in all experimental groups. In the end of the experiment the partial pressure of oxygen was higher in the GS+PTX (460,0 ± 38,2 mmHg compared with GS (336,0 ± 14,6 mmHg. Pentoxifylline with

  1. Immunohistochemical expression of oestrogen and progesterone receptors during experimental acute and chronic murine Schistosomiasis mansoni Expressão imunohistoquímica de receptores para estrogênio e progesterona nas fases aguda e crônica da esquistossomose mansônica experimental em camundongos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fawzia Ahmed Habib

    2010-10-01

    Full Text Available INTRODUCTION: The responsibility of Schistosoma mansoni in female infertility is still controversial. This study was conducted to evaluate the effect of acute and chronic schistosomiasis mansoni infection on the endometrium using immunohistochemical analysis of uterine hormone receptor expression. METHODS: Twenty-four nonpregnant swiss albino mice were divided into three groups: control, noninfected; acute; and chronic Schistosoma mansoni infection. Histological sections of uterine specimens were examined by light microscope with an image analyzing system to detect structural histological, estrogen receptor (ER and progesterone receptor (PR expression in the endometrium. RESULTS: No secretory phase was detected in the endometrium in acute and chronic Schistosoma infection. Hormone receptor expression (ER and PR showed statistically significant differences among the groups (pINTRODUÇÃO: A responsabilidade do Schistosoma mansoni em esterilidade feminina é ainda controversa. Este estudo é conduzido para avaliar o efeito da esquistossomose mansoni aguda e crônica no endométrio usando análise de imuno-histoquímíca da expressão de receptor hormonal uterina. MÉTODOS: Vinte e quatro camundongos fêmeas albinas suíças não grávidas foram divididas em 3 grupos (controle não-infectado, grupos agudos e crônicos infeccionados com Schistosoma mansoni. As seções histológicas de espécimes uterinos foram examinadas por microscópio leve com imagem, analisando sistema para detectar no endométrio expressões histológicas estruturais, receptor de estrogênio (ER e receptor de progesterona (PR. RESULTADOS: Nenhuma fase secretora foi detectada no endométrio com infecção aguda e crônica de Schistosoma. A expressão hormonal de receptor (ER e PR mostrou diferenças estatisticamente significantes entre grupos diferentes (p<0,05 com baixa significativa hormonal de ER com infecção crônica (comparado com controle proliferativo, controle secret

  2. Perfil epidemiológico e genotípico da infecção pelo vírus da hepatite B no Norte de Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Mota

    2010-12-01

    Full Text Available OBJECTIVO: Descrever o perfil epidemiológico e genotípico da infecção crônica pelo vírus da hepatite B na Região Norte de Portugal. MÉTODOS: Foram incluídos 358 indivíduos oriundos das consultas de especialidade que apresentavam resultados positivos para o antígeno da hepatite B durante pelo menos seis meses em dois hospitais do Norte de Portugal em 2008 e 2009. Os dados foram obtidos a partir dos processos clínicos, determinações laboratoriais feitas quando da genotipagem do vírus, ecografia e/ou ultra-sonografia e biópsia hepática. As características demográficas, marcadores víricos, carga viral e genótipos, e severidade da doença hepática foram avaliadas e comparadas entre sexos. RESULTADOS: Os genótipos A e D predominaram. A transmissão intrafamiliar ocorreu predominantemente nas mulheres. Um terço das mulheres apresentava ingestão alcoólica superior a 20 g/dia, aumentando para 58,9% nos homens. A ausência do AgHBe foi semelhante nos dois sexos (p = 0,662. Os parâmetros bioquímicos em geral apresentaram-se com valores mais altos nos homens, assim como nos estágios necro-inflamatório e de esteatose hepática (p = 0,003. CONCLUSÕES: As diferenças relativas às vias de transmissão da infecção pelo vírus da hepatite B entre homens e mulheres podem ser conseqüência de comportamentos de risco associadas ao género. A ingestão excessiva de álcool é predominante nos indivíduos do sexo masculino, assim como maior severidade da doença hepática em relação às mulheres.

  3. Carambola como causa de lesão renal aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karilla Lany Scaranello

    2014-04-01

    Full Text Available A carambola pertence à família das Oxalidáceas, espécie Averrhoa carambola. É rica em sais minerais, vitaminas A, C, complexo B e ácido oxálico. Estudos recentes demonstram que a toxicidade da fruta difere entre os indivíduos e pode ser explicada pelas respostas biológicas individuais como idade, quantidade da ingestão, neurotoxinas em cada tipo de fruta. Adicionalmente, a nefrotoxicidade causada pela fruta é dose dependente, podendo levar ao desenvolvimento de lesão renal aguda pela deposição de cristais de oxalato de cálcio intratubular, assim como por lesão direta das células epiteliais tubulares, levando à apoptose das mesmas. Relatamos o caso de uma paciente que, após a ingestão do suco da fruta e fruta in natura, desenvolveu lesão renal aguda, necessitando de terapia dialítica, evoluindo com desfecho favorável e recuperação da função renal.

  4. Prevalência da hepatite viral C em adultos usuários de serviço público de saúde do município de São José dos Pinhais - Paraná Prevalence of hepatitis C in adult users of the public health service of São José dos Pinhais - Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Rodrigues Neto

    2012-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Investigar a prevalência da Hepatite Viral C em adultos usuários de serviço público de saúde do município de São José dos Pinhais, Paraná. MÉTODO: Inquérito epidemiológico com amostra probabilística e estratificada de 5.017 pessoas voluntárias, submetidas a questionário e teste rápido anti-HCV. Os dados foram organizados no programa Epi-info 3.5.1. A associação entre a presença ou não da doença e os fatores de interesse foram avaliados pelo teste Qui-quadrado. Para análise conjunta dos fatores de risco ajustou-se um modelo de Regressão Logística e considerou-se o teste de Wald para a tomada de decisão sobre a importância dos fatores. RESULTADOS: A frequência absoluta foi de 13 positivos, com prevalência de 0,30%, (IC = 0,12% - 0,40%. A maior probabilidade da doença foi no sexo masculino (p = 0,008 e no estado civil solteiros, separados ou viúvos (p = 0,045; com história de manifestação prévia de sintomas (p OBJECTIVES: We aimed to investigate the prevalence of Hepatitis C in adult users of the Public Health Services of São José dos Pinhais - Paraná. METHODS: We performed an epidemiological survey with a probabilistic sample of 5,017 volunteers who answered a questionnaire and were submitted to an anti-HCV quick test. Data were organized using Epi-info 3.5.1. The association between the presence of the disease and the factors of interest in the study were evaluated by the Chi-square test. We used a Logistic Regression Adjusted Model for risk factor analysis and the Wald test for decision making on the importance of the risk factors. RESULTS: The absolute frequency of positive anti-HCV was 13, with a prevalence of 0.30%, (IC = 0.12% - 0.40%. A higher probability of the disease was reported in males (p = 0.008 and in single, separated and widowed subjects (p = 0.045; in subjects with prior HCV symptoms (p 40 years increased the risk for disease, regardless of sex, age and marital status. CONCLUSION

  5. Microcristais biliares na pancreatite aguda idiopática: indício para etiologia biliar oculta subjacente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CHEBLI Júlio Maria Fonseca

    2000-01-01

    Full Text Available As principais causas de inflamação pancreática no mundo são a litíase biliar e o alcoolismo crônico. Admite-se que 10 a 30% das pancreatites agudas sejam idiopáticas. Sugere-se que parte destas são causadas por microlitíase ou barro biliar, identificados pela presença de microcristais no sedimento biliar. Neste estudo, realizou-se análise microscópica da bile obtida por colangiopancreatografia endoscópica, em pacientes com pancreatite aguda idiopática, pancreatite aguda biliar e pancreatite crônica alcoólica - 20 em cada grupo. Pacientes com pancreatite aguda idiopática e microcristais na bile foram submetidos a colecistectomia. Naqueles inaptos à cirurgia efetuou-se esfincterotomia endoscópica ou tratamento com ácido ursodesoxicólico. Pacientes com pancreatite aguda idiopática sem cristais não receberam tratamento específico. A prevalência de microcristais biliares em pacientes com pancreatite aguda idiopática (75% e pancreatite aguda biliar (90% foi significativamente maior que naqueles com pancreatite crônica alcoólica (15%. A detecção de microcristais apresentou sensibilidade de 90%, especificidade de 85%, valor preditivo positivo de 85,7%, valor preditivo negativo de 89,4% e acurácia de 87,5% em identificar pancreatite de origem biliar. Nos pacientes com pancreatite aguda idiopática recurrente, cursando com microcristais, houve redução significante dos episódios de pancreatite após tratamento específico. No seguimento deste grupo durante 23,3 meses, recidiva ocorreu apenas naqueles que apresentavam "fator biliar persistente" (coledocolitíase ou microcristais. Todos os pacientes com pancreatite aguda idiopática submetidos a colecistectomia apresentavam colecistite crônica, e microlitíase foi observada em um paciente. No seguimento ultra-sonográfico, colelitíase foi detectada em um dos casos. No subgrupo de cinco pacientes com pancreatite aguda idiopática sem microcristais houve uma recidiva. Estudo

  6. Low prevalence of hepatitis B virus, hepatitis D virus and hepatitis C virus among patients with human immunodeficiency virus or acquired immunodeficiency syndrome in the Brazilian Amazon basin Baixa prevalência do vírus da hepatite B, vírus da hepatite D e vírus da hepatite C entre pacientes com o vírus da imunodeficiência humana ou síndrome da imunodeficiência adquirida na Amazônia Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wornei Silva Miranda Braga

    2006-12-01

    Full Text Available Comorbidities in human immunodeficiency virus infection are of great interest due to their association with unfavorable outcomes and failure of antiretroviral therapy. This study evaluated the prevalence of coinfection by human immunodeficiency virus and viral hepatitis in an endemic area for hepatitis B in the Western Amazon basin. Serological markers for hepatitis B virus, hepatitis C virus and hepatitis D virus were tested in a consecutive sample of all patients referred for treatment of human immunodeficiency virus or acquired immunodeficiency syndrome. The variables sex, age, origin and exposure category were obtained from medical records and from the sexually transmitted diseases and acquired immunodeficiency syndrome surveillance database. Among 704 subjects, the prevalence of chronic hepatitis B carriage was 6.4% and past infection 40.2%. The presence of hepatitis B was associated with birth in hyperendemic areas of the Amazon basin, male sex and illegal drug use. The overall prevalence of hepatitis C was 5% and was associated with illegal drug use. The prevalence of hepatitis B and C among human immunodeficiency virus or acquired immunodeficiency syndrome patients in the Western Amazon basin was lower than seen elsewhere and is probably associated with the local epidemiology of these viruses and the degree of overlap of their shared risk factors. An opportunity presents itself to evaluate the prevention of hepatitis C through harm reduction policies and hepatitis B through vaccination programs among human immunodeficiency virus or acquired immunodeficiency syndrome patients.Co-morbidades na infecção pelo vírus da imunodeficiência humana são de grande interesse devido à associação com desfechos desfavoráveis e falhas na terapia anti-retroviral. Este estudo avalia a prevalência de co-infecção entre o vírus da imunodeficiência humana e hepatites virais, em uma área endêmica de hepatite B, na Amazônia Ocidental. Marcadores

  7. Evolução e característica de lactantes com bronquiolite viral aguda submetidos à ventilação mecânica em uma unidade de terapia intensiva pediátrica brasileira Outcome and characteristics of infants with acute viral bronchiolitis submitted to mechanical ventilation in a Brazilian pediatric intensive care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Umpierre Bueno

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as características e a evolução de lactantes com bronquiolite aguda submetidos à ventilação mecânica. MÉTODOS: Estudo retrospectivo desenvolvido entre março 2004 e setembro 2006 (três invernos consecutivos, recrutando todos os lactantes (menos de 12 meses de idade com diagnóstico de bronquiolite viral aguda e submetidos à ventilação mecânica em uma unidade de terapia intensiva, brasileira, ligada a uma universidade. Os parâmetros de ventilação mecânica adotados no 1°, 2° 3° e 7° dia e antes da extubação foram avaliados, assim como a evolução (taxa de mortalidade, presença da síndrome de desconforto respiratório agudo e prevalência de complicações. Os grupos foram comparados usando o teste t de Student, o teste U de Mann-Whitney e o teste Qui-Quadrado. RESULTADOS: Foram incluídos 59 lactantes (3,8 ± 2,7 meses de idade, 59% de sexo masculino com 9,0 ± 9,4 dias em ventilação mecânica. Antes da ventilação mecânica, ventilação não-invasiva foi instituída em 71% dos lactantes. Foi observada anemia em 78% da amostra. Em 51 lactantes (86,5%, o padrão obstrutivo de vias aéreas inferiores foi mantido até extubação intratraqueal, com mortalidade nula e baixa prevalência de pneumotórax (7,8%. A síndrome de desconforto respiratório agudo, ocorreu em 8 lactantes (13,5% com mortalidade mais elevada e alta prevalência de pneumotórax (62,5%. CONCLUSÕES: O declínio na mortalidade em crianças com bronquiolite viral aguda tem sido observado mesmo em regiões não desenvolvidas, com altas taxas de anemia e partos prematuros. A baixa mortalidade está associada à manutenção o padrão obstrutivo de vias aéreas inferiores durante o tempo em ventilação mecânica. O desenvolvimento da síndrome de desconforto respiratório agudo está associado a uma mortalidade mais elevada e maior porcentagem de complicações representando o desafia atual para o tratamento de crianças com

  8. Alterações agudas dos níveis de neurotransmissores em corpo estriado de ratos jovens após estado epiléptico induzido por pilocarpina Acute alterations of neurotransmitters levels in striatum of young rat after pilocarpine-induced status epilepticus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivelilson Mendes de Freitas

    2003-06-01

    Full Text Available Altas doses de agonista colinérgico muscarínico, pilocarpina, produzem alterações comportamentais, convulsões e estado epiléptico em ratos. O objetivo desse estudo foi verificar as alterações nas concentrações dos neurotransmissores em corpo estriado de ratos em desenvolvimento após estado epiléptico induzido pela pilocarpina. Ratas Wistar foram tratadas com uma única dose de pilocarpina (400mg/Kg; s.c.. Controles receberam salina. A concentração dos neurotransmissores foi determinada através do HPLC, no corpo estriado de ratos que no período de observação de 1 e 24h desencadearam estado epiléptico e não sobreviveram à fase aguda do quadro convulsivo. Foi observada redução nos níveis de dopamina, serotonina, ácido dihidroxifenilacético, ácido 5-hidroxiindolacético, e aumento no ácido 4-hidroxi-3-metoxi-fenilacético. Os resultados mostraram que a ativação do sistema colinérgico pode interagir com os sistemas dopaminérgico e serotonérgico nos mecanismos referentes à fase aguda do processo convulsivo.High doses of the muscarinic cholinergic agonist, pilocarpine, result in behavioural changes, seizures and status epilepticus in rats. The purpose of the present work is to invetigate the striatal neurotransmissors level in young rats after status epilepticus induced by pilocarpine. Wistar rats were treated with a single dose of pilocarpine (400mg/Kg; s.c.. Controls received saline. Young animals were closed observed for behavioural changes during 1 and 24h. In these periods, the animals that developed status epilepticus and didn't survive this acute phase of seizures had the brains removed and striatal neurotransmissors level determined by HPLC. The concentration of dopamine, serotonine, dihydroxyphenylacetic acid, 5-hydroxyindolacetic acid was reduced and an increase in 4-hydroxy-3-methoxy-phenylacetic acid was observed. These results suggest that cholinergic activation can interage with dopaminergic and

  9. Prevalência de fatores de risco para Síndrome Coronariana aguda em pacientes atendidos em uma emergência Prevalencia de los factores de riesgo para el Síndrome Coronario agudo en los pacientes tratados en una emergencia Prevalence of risk factors for acute Coronary Syndrome in patients treated in an emergency

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karine Franke Lemos

    2010-03-01

    Full Text Available Objetivou-se caracterizar o perfil do paciente portador de Síndrome Coronária Aguda (SCA atendido em um serviço de emergência de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, no que se refere aos fatores de risco. Estudo de prevalência entre agosto de 2007 e fevereiro de 2008. Para coleta de dados, foi utilizado um questionário, consulta ao prontuário e aferição de medidas antropométricas. Foram avaliados 152 pacientes com SCA, 63,8% do sexo masculino, idade média de 61±10,26 anos. Com diagnóstico de infarto agudo do miocárdio sem supradesnivelamento de ST em 50,7%, infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento de ST em 14,5% e angina instável em 34,9%. Os fatores de risco foram: sedentarismo (86,8%; sobrepeso e obesidade (77%; hipertensão arterial sistêmica (75,7%; história familiar (56,6%; estresse (52,6%; dislipidemia (44,7%; diabete mellitus (40,1%; tabagismo (39,5%; e ingesta de álcool (14,4%. Constatou-se uma alta prevalência de fatores de risco para SCA, necessitando de programas de educação em saúde, visando reduzir a morbi-mortalidade.Propusimos caracterizar el perfil de pacientes portador del Síndrome Coronariana Agudo (SCA en un servicio de emergencia de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, en lo que se refiere a los factores de riesgo. Estudio de prevalencia entre agosto/2007 y febrero/2008. Para la colecta de datos, fue utilizado un cuestionario, consulta al prontuario y contraste de medidas antropométricas. Fueron avaliados 152 pacientes con SCA, 63,8% de sexo masculino, edad media de 61 ± 10,26 años. Con diagnóstico de infarto agudo del miocardio sin elevación ST en 50,7%, infarto agudo del miocardio con elevación ST en 14,5% y angina inestable 34,9%. Los factores de riesgo fueron, sedentarismo (86,8%; sobrepeso y obesidad (77%; hipertensión arterial sistémica (75,7%; histórico familiar (56,6%; estrés (52,6%; dislipidemía (44,7%; diabetes mellitus (40,1%; tabaquismo (39,5%; ingetión de alcohol(14

  10. Serum protein concentrations, including acute phase proteins, in calves with hepatogenous photosensitization Teores séricos de proteínas, inclusive proteínas de fase aguda, em bovinos com fotossensibilização hepatógena

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.J. Fagliari

    2007-12-01

    Full Text Available One hundred 6- to 12-month-old Nelore calves were allotted into control group (G1; 50 healthy calves and photosensitization group (G2; n= 50. Blood samples were collected 12 to 24 hours after the onset of dermatitis (M1, and 15 to 30 days after that (M2, at time of resolution of clinical signs. Serum protein electrophoresis was performed by means of sodium dodecyl sulphate-polyacrylamide gel electrophoresis. Eighteen serum proteins with molecular weights ranging from 16,000 to 189,000 daltons (Da were identified in all calves. In M1 and M2 serum concentrations of proteins with molecular weights of 115,000Da (ceruloplasmin, 61,000Da (a1-antitrypsin, 45,000Da (haptoglobin, and 40,000Da (acid glycoprotein were significantly increased in calves. In conclusion, measurement of serum acute phase protein concentrations may be useful in monitoring the progression of bovine hepatogenous photosensitization, including guide probable alteration on therapeutic procedures.Foram examinados 100 bezerros da raça Nelore com 6 a 12 meses de idade, distribuídos em: grupo controle (G1; 50 bezerros sadios e grupo fotossensibilização (G2; n= 50. As amostras de sangue foram coletadas 12 a 24 horas após o início da dermatite (M1 e 15 a 30 dias após (M2, época da cura das lesões cutâneas. O proteinograma sérico foi obtido por eletroforese em gel de acrilamida. Em todos os bezerros foram identificadas 18 proteínas com pesos moleculares (PM entre 16.000 a 189.000 dáltons (Da. Em M1 e M2, as concentrações séricas das proteínas de PM 115.000Da (ceruloplasmina, 61.000Da (1-antitripsina, 45.000Da (haptoglobina e 40.000Da (glicoproteína ácida foram significativamente maiores em bezerros com fotossensibilização hepatógena em comparação com aquelas dos animais do grupo-controle. A determinação dos teores séricos de proteínas de fase aguda pode ser útil no monitoramento da progressão da fotossensibilização hepatógena em bovinos, inclusive orientando

  11. Estado oxidante e antioxidante de crianças com bronquiolite aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rusen Dundaroz

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: O estresse oxidativo demonstrou contribuir para a patogênese de doenças pulmonares inflamatórias agudas e crônicas. Nosso objetivo foi avaliar o estado oxidante/antioxidante de crianças com bronquiolite aguda por meio de mensuração da capacidade antioxidante total do plasma, estado oxidante total e índice de estresse oxidativo. MÉTODOS: As crianças com bronquiolite aguda encaminhadas para o Departamento de Emergência Pediátrica do hospital universitário entre janeiro e abril 2012 foram comparadas a controles saudáveis de mesma idade. Os pacientes com bronquiolite aguda tiveram essa doença classificada como leve e moderada. O estado oxidante e antioxidante foi avaliado pela mensuração da capacidade antioxidante total do plasma, estado oxidante total e índice de estresse oxidativo. RESULTADOS: Foram incluídas 31 crianças com bronquiolite aguda com idade de três meses a dois anos e 37 crianças saudáveis. O estado oxidante total (EOT foi maior em pacientes com bronquiolite aguda do que no grupo de controle (5,16±1,99 µmol H2O2 em comparação a 3,78±1,78 µmol H2O2 [p = 0,004]. A capacidade antioxidante total (CAT foi significativamente menor em crianças com bronquiolite que no grupo de controle (2,51±0,37 µmol Trolox equivalente/L em comparação a 2,75±0,39 µmol Trolox Eqv/L (p = 0,013. Os pacientes com bronquiolite moderada apresentaram níveis de EOT mais elevados que os com bronquiolite leve e os do grupo de controle (p = 0,03, p < 0,001. Os pacientes com bronquiolite moderada apresentaram níveis de IEO mais elevados que os do grupo de controle (p = 0,015. O nível de saturação de oxigênio de pacientes com bronquiolite foi inversamente correlacionado ao nível de EOT (r = -0,476, p < 0,05. CONCLUSÃO: O equilíbrio entre os sistemas oxidante e antioxidante é interrompido em crianças com bronquiolite moderada, indicando que o fator de estresse poderá ter um papel na patogênese da doença.

  12. Injúria renal aguda: um alerta global

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Philip Kam Tao Li

    2013-03-01

    Full Text Available A Injúria Renal Aguda (IRA é cada vez mais prevalente nos países desenvolvidos e nos em desenvolvimento, e está associada com morbidade e mortalidade severas. A maioria das causas da IRA pode ser evitada por meio de intervenções em nível individual, comunitário, regional e intra-hospitalar. Medidas efetivas devem incluir, em toda a comunidade, os esforços para aumentar a consciência dos efeitos devastadores do IRA e fornecer orientações sobre as estratégias de prevenção, bem como o reconhecimento e tratamento precoces. Os esforços devem ser focados em minimizar as causas de IRA, aumentando a consciência da importância de medidas seriadas de creatinina sérica em pacientes de alto risco para IRA, e documentar o volume de urina em pessoas gravemente doentes para obtenção de diagnóstico precoce; até o momento, não há ainda um papel definitivo para outros biomarcadores. Há a necessidade de protocolos para sistematizar a conduta em condições de IRA pré-renal e em infecções específicas. Dados mais precisos sobre a verdadeira incidência e o impacto clínico da IRA ajudarão a melhor conhecer a importância desta doença, a aumentar o conhecimento de IRA por parte dos governantes, dos médicos em geral e de outros profissionais de saúde para ajudar na prevenção da doença. A prevenção é a chave para evitar a pesado ônus de mortalidade e morbidade associada com IRA.

  13. The influence of the human genome on chronic viral hepatitis outcome A influência do genoma humano no curso das hepatites virais crônicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dahir Ramos de Andrade Júnior

    2004-06-01

    artigo são discutidos vários avanços recentes no conhecimento sobre a influência dos genes humanos nas hepatites crônicas B e C, a saber: a As associações entre os polimorfismos HLA e a susceptibilidade ou resistência às doenças hepáticas virais; b Alelos protetores influenciando as hepatites virais B (HVB e C (HVC; c Alelos prejudiciais influenciando HVB e HVC; d Genes candidatos associados com a evolução clínica de HVB e HVC (genes que influenciam as células estreladas do fígado, a produção de TGF-beta1 e TNF-alfa, os depósitos de ferro hepáticos, a produção de angiotensina II, entre outros. O conhecimento das associações genéticas com as hepatites virais crônicas pode fornecer indícios para o pleno entendimento de como se desenvolvem as suas complicações terminais, como a cirrose e o carcinoma hepatocelular. Em futuro próximo, a análise do genoma humano será capaz de elucidar o curso natural de uma hepatite viral, bem como a sua resposta à terapêutica.

  14. Clinical features, diagnosis and treatment of acute primary headaches at an emergency center: why are we still neglecting the evidence? Características clínicas, diagnóstico e tratamento das cefaléias primárias agudas em um serviço de emergência: por que ainda negligenciamos as evidências?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Facundo Burgos Ruiz Jr

    2007-12-01

    Full Text Available In order to analyze the clinical features, approach and treatment of patients with acute primary headaches seen at the Clinics Hospital of the Federal University of Uberlândia (HC-UFU throughout 2005, the medical charts of 109 patients were evaluated through a standardized questionnaire as to age, gender, main diagnosis, characteristics of the headache attacks, diagnostic tests and treatment. Probable migraine was the most common type of primary headache (47.7%, followed by probable tension-type headache (37.6%, unspecified headache (11.9%, and headache not elsewhere classified (2.8%. As to characteristics of the crisis, the location of the pain was described in 86.2% of the patients. The most commonly used drugs for treatment of acute headache attacks were dipyrone (74.5%, tenoxicam (31.8%, diazepam (20.9%, dimenhydrate (10.9%, and metochlopramide (9.9%. The data collected are in agreement with those reported in literature. In most cases, treatment was not what is recommended by consensus or clinical studies with appropriate methodology. Therefore, we suggest the introduction of a specific acute headache management protocol which could facilitate the diagnosis, treatment and management of these patients.Com o objetivo de avaliar as características clínicas, abordagem e tratamento das cefaléias agudas primárias atendidas no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU no ano de 2005, 109 prontuários foram analisados através de questionário padronizado, segundo idade, sexo, diagnóstico principal, características das crises, propedêutica e tratamento. A distribuição dos pacientes quanto ao tipo de cefaléia foi a seguinte: provável enxaqueca 47,7%, provável cefaléia tensional 37,6%, cefaléia não classificada 11,9% e cefaléia não classificada em outro local 2,8%. No que tange às características da crise, a localização da dor foi descrita em 86,2% dos pacientes. No tratamento dos pacientes com crise

  15. Leucemia congénita aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilvia Esther González García

    2011-06-01

    Full Text Available La leucemia aguda durante el período neonatal es poco frecuente de evolución rápida y pronóstico sombrío. Sus características clínicas y biológicas difieren de las encontradas en niños de mayor edad, y su inicio se caracteriza por afectación cutánea, hepatoesplenomegalia, hiperleucocitosis e infiltración del sistema nervioso central. Se han observado pacientes con formas tanto mieloides como linfoides, pero la leucemia mieloide aguda parece predominar en esta etapa de la vida. Se presenta el caso de un paciente con leucemia congénita clasificada morfológicamente, con aparición de manifestaciones clínicas de enfermedad hematológica desde el nacimiento y diagnóstico de leucemia linfoblástica aguda congénita.

  16. Identificação de enfermidades agudas causadas por animais e plantas em ambientes rurais e litorâneos: auxílio à prática dermatológica Identification of acute diseases caused by animals and plants in wild environments: contribution to dermatologic practice

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vidal Haddad Junior

    2009-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: Nos últimos anos, existe um aumento progressivo do contato de moradores urbanos com ambientes selvagens devido a atividades de lazer. Com isso, algumas dermatites pouco conhecidas podem ser observadas nas clínicas privadas e ambulatórios dermatológicos, especialmente nos inícios de semana e finais de férias. OBJETIVOS: Obter e fornecer informações para dermatologistas sobre o problema. PACIENTES E MÉTODOS: O autor observou, em adultos e crianças, dermatites agudas associadas a plantas ou animais em Ubatuba, cidade litorânea de São Paulo, por dois meses (junho/julho de 2006 e na Faculdade de Medicina de Botucatu, também por dois meses (junho/julho de 2007. RESULTADOS: Foram observados 25 pacientes na área rural e 43 na área litorânea nas condições estabelecidas. Em áreas rurais, foram mais observadas fitofotodermatites e picadas de insetos, enquanto em áreas litorâneas traumas por ouriços-do-mar e fitofotodermatites predominaram; entretanto, em ambas as áreas ocorreram outros acidentes de difícil identificação na prática diária. CONCLUSÕES: Devemos estar atentos ao fato de o paciente procurar o dermatologista somente após as fases agudas dos acidentes. Informações sobre as enfermidades mais comuns e suas características podem ser muito úteis para a prática nos consultórios. O autor sugere uma tabela algorítmica para auxílio diagnóstico.BACKGROUND: In recent years, there has been increasing contact between human beings that live in urban regions and the wild environment due to a series of activities. As a result, some poorly known dermatitis may present in private and dermatological clinics, especially early in the week and at the end of vacation periods. OBJECTIVES: To obtain and provide information for dermatologists on the problem. PATIENTS AND METHODS: The author observed adult and pediatric patients with acute dermatitis associated with plants or animals in Ubatuba, coastal city of Sao Paulo

  17. Pancreatitis aguda grave asociada a gangrena vesicular

    OpenAIRE

    Arroyo-Sánchez, Abel S; Aguirre-Mejía, Rosa Y; Echenique-Martínez, Sergio E

    2014-01-01

    Se presenta el caso un paciente diabético que desarrolló un cuadro de pancreatitis aguda grave asociada a gangrena vesicular, en el que se evaluó la aplicabilidad de los criterios de clasificación y manejo de la hoja de ruta para pancreatitis aguda, así mismo se proponen algunos tópicos que pudieran ser investigados a futuro We present a diabetic patient who developed severe acute pancreatitis associated to gallbladder gangrene, in this case we assessed the applicability of classification ...

  18. Diarréia aguda grave associada à Escherichia coli enteropatogênica clássica (EPEC: características clínicas e perdas fecais em lactentes hospitalizados Severe acute diarrhea associated to classic enteropathogenic by clinical features and fecal losses in hospitalized infants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.A.G. Oliva

    1997-12-01

    Full Text Available Escherichia coli enteropatogênica clássica (EPEC tem sido o agente enteropatogênico mais freqüentemente isolado nas fezes de lactentes, de baixo nível socioeconômico, hospitalizados com diarréia aguda grave, na cidade de São Paulo. OBJETIVOS. 1 Analisar as características clínicas de lactentes do sexo masculino, hospitalizados com diarréia aguda grave associada à EPEC; 2 quantificar suas perdas fluidas fecais, ingestão de fórmulas alimentares e variações de peso corporal durante a evolução intra-hospitalar. CASUÍSTICA E MÉTODOS. Estudaram-se 38 lactentes do sexo masculino. Foram avaliadas as características clínicas e epidemiológicas dos pacientes e a freqüência dos diferentes sorogrupos de EPEC identificados. As crianças foram mantidas em cama metabólica, e balanços metabólicos diários foram obtidos durante toda a duração do quadro diarréico. Os lactentes permaneceram, em média, 5,8 dias em estudo metabólico. Duzentos e vinte balanços diários foram acumulados e analisados. RESULTADOS. O grupo estudado apresentou como principais características clínicas: idade inferior a 12 meses, peso insuficiente ao nascer; desmame precoce e formas graves de desnutrição protéico-calórica. O sorogrupo O111 foi o mais freqüentemente identificado (68,4%, sendo a idade dos pacientes com tal agente significativamente maior que a dos portadores do sorogrupo O55. A média dos volumes fecais diários foi de 66mL/kg/dia, havendo diferenças segundo dias de estudo. A média de ingestão diária de fórmulas alimentares foi de 85,2mL/kg/dia. Leite de vaca foi a dieta mais precocemente utilizada e as crianças que dela fizeram uso apresentaram volumes fecais maiores que os que receberam caseinato ou nutrição parenteral e incremento de peso corporal menor que os que utilizaram hidrolisado protéico ou NPT. CONCLUSÕES. Os sorogrupos de EPEC acarretaram perdas fluidas fecais de moderada e grave intensidade nos lactentes

  19. Meningoencefalite na fase aguda do sarampo : relato de seis casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    EL-FAR FABIANE

    2000-01-01

    Full Text Available Apresentamos 6 casos de meningoencefalite aguda por sarampo, diagnosticados durante epidemia na cidade de São Paulo, em 1997. Os prontuários dos 6 pacientes foram analisados retrospectivamente. O diagnóstico de meningoencefalite baseou-se nas alterações clínicas e liquóricas, e foi confirmado por sorologia específica. Dos 467 pacientes com sarampo atendidos no Instituto de Infectologia Emílio Ribas nesse período, estes 6 evoluíram com alterações neurológicas e liquóricas durante a fase exantemática, sendo a sonolência e rigidez de nuca os achados mais frequentes. Os pacientes tinham entre 2 meses e 28 anos de idade. O exame do líquor mostrou pleocitose em todos. Não houve correlação entre a severidade do quadro clínico e liquórico com a evolução. Em 4 casos foi necessária internação na unidade de terapia intensiva; destes, 2 foram intubados. Apenas 2 pacientes apresentaram alterações na tomografia computadorizada de crânio. Todos tiveram boa evolução, sem sequelas.

  20. Aspectos virológicos e clínico-patológicos da infecção genital aguda e latente pelo herpesvírus bovino tipo 1.2 em bezerras infectadas experimentalmente Virological and clinico-pathological features of acute vulvovaginitis and latent infection by bovine herpesvirus 1.2 in heifers experimentally infected

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréia Henzel

    2008-03-01

    Full Text Available A infecção genital de vacas pelo herpesvírus bovino tipo 1.2 (BoHV-1.2 pode resultar em vulvovaginite e infertilidade temporária. Após a infecção aguda, o BoHV-1 estabelece infecção latente, que pode cursar com episódios periódicos de reativação. O presente trabalho descreve os aspectos virológicos e clínico-patológicos da vulvovaginite aguda e infecção latente resultantes da inoculação de bezerras com uma amostra de BoHV-1.2 isolada de casos de balanopostite em touros. A inoculação do vírus em quatro bezerras pela via genital (10(8.1TCID50/animal resultou em replicação viral na mucosa genital e no desenvolvimento de vulvovaginite moderada a severa. Os animais inoculados excretaram o vírus nas secreções genitais até o dia 10 pós-inoculação (p.i. com título máximo de 10(7.3TCID50/mL. Foram observados congestão e edema da mucosa vulvovestibular, e formação de pequenas vesículas e pústulas. Durante a progressão clínica, as vesículas e pústulas aumentaram de tamanho e eventualmente se tornaram coalescentes e recobertas por um exsudato fino de coloração amarelada. Estes sinais foram observados a partir do dia 2 p.i. e aumentaram progressivamente de severidade até os dias 5-8 p.i. A administração de dexametasona no dia 55 p.i. resultou em excreção viral nas secreções genitais dos quatro animais por até 10 dias. A reativação da infecção latente foi acompanhada de recrudescência clínica, porém com sinais menos severos e com menor duração do que na infecção aguda. O DNA viral latente foi detectado por PCR, aos 36 dias pós-reativação (p.r., nos seguintes tecidos: gânglio sacrais: pudendo (4/4; genitofemoral e retal caudal (3/4 e obturador (4/4 e em alguns linfonodos regionais. Estes resultados demonstram que o isolado SV-56/90 é virulento para fêmeas soronegativas, após inoculação genital, e pode ser utilizado em estudos de patogenia e de desafio vacinal.Venereal infection of heifers

  1. Preditores de injúria renal aguda em pacientes submetidos ao transplante ortotópico de fígado convencional sem desvio venovenoso Predictors of acute kidney injury in patients undergoing a conventional orthotopic liver transplant without veno-venous bypass

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olival Cirilo L. da Fonseca-Neto

    2011-06-01

    Full Text Available RADICAL: Injúria renal aguda é uma das complicações mais comuns do transplante ortotópico de fígado. A ausência de critério universal para sua definição nestas condições dificulta as comparações entre os estudos. A técnica convencional para o transplante consiste na excisão total da veia cava inferior retro-hepática durante a hepatectomia nativa. Controvérsias sobre o efeito da técnica convencional sem desvio venovenoso na função renal continuam. OBJETIVO: Estimar a incidência e os fatores de risco de injúria renal aguda entre os receptores de transplante ortotópico de fígado convencional sem desvio venovenoso. MÉTODOS: Foram avaliados 375 pacientes submetidos a transplante ortotópico de fígado. Foram analisadas as variáveis pré, intra e pós-operatórias em 153 pacientes submetidos a transplante ortotópico de fígado convencional sem desvio venovenoso. O critério para a injúria renal aguda foi valor da creatinina sérica > 1,5 mg/dl ou débito urinário BACKGROUND: Acute kidney injury is one of the most common complications of orthotopic liver transplantation. The absence of universal criteria for definition of these conditions make comparisons difficult between studies. The conventional technique for transplantation is the total excision of the inferior vena cava during liver retro-native hepatectomy. Controversies about the effect of the conventional technique without venovenous bypass on renal function remain. AIM: To estimate the incidence and risk of acute kidney injury factors among recipients of orthotopic liver transplantation without conventional venovenous bypass. METHODS: Was studied 375 patients undergoing orthotopic liver transplantation. Variables were analyzed in preoperative, intraoperative and postoperative complications in 153 patients undergoing orthotopic liver transplantation without conventional venovenous bypass. The criterion for acute kidney injury was serum creatinine > 1.5 mg/dl or

  2. Influência da resposta inflamatória de fase aguda nos níveis séricos de retinol e da proteína de ligação do retinol em pacientes com AIDS Influence of acute-phase inflammatory response on serum levels of retinol and retinol binding protein in HIV/AIDS patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Fernandes Neves

    2010-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: a hiporretinolemia constitui fator prognóstico independente em pacientes com AIDS, e a atividade inflamatória causa redução dos níveis séricos deste nutriente na população em geral. Entretanto, faltam estudos que avaliem o impacto da atividade inflamatória sobre o nível sérico do retinol em pacientes com AIDS. MÉTODOS: foram avaliados transversalmente 41 pacientes internados por complicações da AIDS, que tiveram quantificados alguns marcadores de inflamação (proteína C reativa e fator de necrose tumoral alfa e concentrações séricas de retinol e da proteína de ligação do retinol. RESULTADOS: apesar da baixa (14,6% prevalência de hiporretinolemia evidenciou-se correlação negativa dos marcadores de inflamação com os níveis séricos de retinol e de sua proteína de ligação nos pacientes com AIDS. CONCLUSÕES: a atividade inflamatória de fase aguda está associada a baixos níveis séricos de retinol em indivíduos com AIDS.INTRODUCTION: Hyporetinolemia is an independent prognostic factor in AIDS patients. Inflammatory activity causes a reduction in the serum levels of this nutrient in the general population. However, there are no studies assessing the impact of inflammatory activity on the serum retinol level in AIDS patients. METHODS: A cross-sectional assessment was conducted on 41 patients hospitalized due to AIDS complications. Inflammatory markers (C-reactive protein and tumor necrosis factor-alpha and serum retinol and retinol binding protein concentrations were quantified. RESULTS: Despite the low (14.6% prevalence of hyporetinolemia, a significant negative correlation was observed between the inflammatory markers and the serum retinol and retinol binding protein levels in AIDS patients. CONCLUSIONS: Acute-phase inflammatory activity is associated with low serum retinol levels in individuals with AIDS.

  3. Effect of hyperthermia on experimental acute pancreatitis Efeito da hipertermia na pancreatite aguda experimental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luiz Jesus de Almeida

    2006-12-01

    Full Text Available BACKGROUD: Recent studies indicate that hyperthermia can change inflammatory mechanisms and protect experimental animals from deleterious effects of secretagogue-induced acute pancreatitis AIM: To evaluate the effects of hyperthermia post-treatment on cerulein-induced acute pancreatitis in rats METHODS: Twenty animals were divided in two groups: group I (n = 10, rats with cerulein-induced acute pancreatitis undergone hyperthermia, and group II (n = 10, animals with cerulein-induced acute pancreatitis that were kept normothermic. In all groups, amylase serum levels, histologic damage, vascular permeability and pancreatic water content were assessed. Acute pancreatitis was induced by administration of two cerulein injections (20 mcg/kg. A single dose of Evans' blue dye was administered along with the second dose of cerulein. All animals also received a subcutaneous injection of saline solution. After this process, animals undergone hyperthermia were heated in a cage with two 100 W lamps. Body temperature was increased to 39.5ºC and maintained at that level for 45 minutes. Normothermia rats were kept at room temperature in a second cage RESULTS: Control animals had typical edema, serum amylase activity and morphologic changes of this acute pancreatitis model. Hyperthermia post-treatment ameliorated the pancreatic edema, whereas the histologic damage and the serum amylase level remained unchanged CONCLUSIONS: The findings suggest a beneficial effect of the thermal stress on inflammatory edema in experimental acute pancreatitis.RACIONAL: Estudos recentes indicam que a hipertermia pode modificar mecanismos inflamatórios e proteger animais experimentais dos efeitos deletérios da pancreatite aguda induzida por secretagogos OBJETIVO: Avaliar a eficácia da hipertermia como tratamento da pancreatite aguda induzida por ceruleína em ratos MÉTODOS: Vinte animais foram divididos em dois grupos: grupo I (n = 10, ratos com pancreatite aguda induzida por

  4. Linfonodo pulmonar na paracoccidioidomicose aguda infantil (relato de um caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evanil Pires de Campos

    1992-09-01

    Full Text Available Observou-se a evolução de um linfonodo pulmonar na paracoccidioidomicose (PCM aguda infantil. Doente, masculino, 6 anos, branco, natural de Curitiba (PR, procedente de Guaratinguetá (SP, que há 3 meses desenvolveu quadro gripal, febre diária, bimodal, prolongada, precedida de calafrio, acompanhada de sudorese inodora, cefaléia frontal e anorexia. Diagnosticado e tratado como pneumonia por cinco dias, sem melhora do quadro. Há 2 meses, apresentou dor óssea nos braços e articulações do pé, com edema inflamatório e emagrecimento de 6 kg em 3 meses. Exame físico revelou: peso 20 kg; estatura 120 cm; P. A. 90/60 mmHg; facies atípica, hipoativo, palidez cutâneo-mucosa (+ +, hipotrofia muscular, adenopatiageneralizada, sopro sistólico suave em foco aórtico acessório e hepatesplenomegalia. Imunodifusão com exoantígeno glicoprotéico 43 kdpositiva (1/32. A biópsia de gânglio revelou Paracoccidioides brasiliensis. A radiologia demonstrou na primeira consulta, discreto infiltrado intersticial bilateral com linfoadenomegaliapara-hilar que desaparecu em 30 dias. Observou- se, ainda, massa tumoral mediastínica superior, hiperplasia do sistema fagocítico mononuclear e lesões osteolíticas nos 60 dias iniciais da evolução.

  5. Cerebelite aguda causada por vírus Epstein-Barr: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teive Hélio A.G.

    2001-01-01

    Full Text Available A cerebelite aguda pode ocorrer em associação a infecção pelo vírus da varicela-zoster, enterovirus, caxumba, micoplasma e outros agentes infecciosos. A cerebelite aguda é uma complicação rara da infecção pelo vírus Epstein-Barr (EBV. Relatamos o caso de uma mulher de 21 anos com história de 12 dias de evolução com náuseas, vômitos, ataxia de marcha e membros, tremor cefálico e de membros, opsoclono, mioclonias e rash cutâneo. Sorologia para EBV foi positiva. A infecção pelo EBV, com complicações neurológicas, pode não se apresentar com os sinais e sintomas clássicos da mononucleose infeciosa.

  6. Sexual transmission of hepatitis C Transmissão sexual da hepatite C

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norma de Paula Cavalheiro

    2007-10-01

    Full Text Available It is generally agreed that the hepatitis C virus (HCV can be efficiently transmitted parenterally, although data on viral transmission by sexual or non-sexual intrafamilial contact are conflicting. Since data collection began in 1989, the first study dealt with the risk of sexual transmission among multiple sex partners. Other investigations followed, emphasizing that risk increases in specific groups such as patients co-infected with HIV and HBV, sex workers, homosexuals, illicit drug users and patients attended at sexually transmittable disease clinics. The question arises as to what might be the risk for monogamous heterosexuals in the general population, in which one of the partners has HCV? The literature provides overall rates that vary from zero to 27%; however, most studies affirm that the chances of sexual transmission are low or almost null, with rates for this mode fluctuating from zero to 3%. Intrafamilial transmission is strongly considered but inconclusive, since when mentioning transmission between sex partners within the same household, specific situations also should be considered, such as the sharing of personal hygiene items, like razorblades, toothbrushes, nail clippers and manicure pliers, which are important risk factors in HCV transmission. In this review, we discuss the hypotheses of sexual and/or intrafamilial transmission.A eficiência da transmissão parenteral da hepatite C é consenso, porém dados na literatura sobre transmissão sexual e intrafamiliar são conflitantes. Data de 1989 o primeiro trabalho que relaciona o risco de transmissão sexual a múltiplos parceiros sexuais, na seqüência, outros estudos também reforçam que os riscos aumentam em populações específicas como co-infectados HIV, HBV, profissionais do sexo, homossexuais, usuários de drogas ilícitas e populações de clínicas de doenças sexualmente transmissíveis. Agora, na população geral qual seria o risco para casais monog

  7. Fatores de risco e proteção à infecção respiratória aguda em lactentes Factores de riesgo y protección de la infección respiratoria aguda en lactantes Risk and protective factors of acute respiratory infections in infants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Regina Cachulo Lopes

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a efetividade da vacina pneumocócica polissacarídica e fatores de risco e proteção para infecções por pneumococo em lactentes. MÉTODOS: Estudo transversal aninhado em ensaio clínico com filhos de 139 mulheres selecionadas no pré-natal um serviço público de saúde em São Paulo, SP, de 2005 a 2006. As participantes foram randomizadas em três grupos: o primeiro não recebia nenhuma vacina (n=46, o segundo recebia a vacina pneumocócica polissacarídica no último trimestre de gravidez (n=42, e o terceiro a recebia no pós-parto imediato (n=45. As infecções presumivelmente causadas pelo pneumococo nos lactentes foram acompanhados aos três e seis meses de vida e colhidas amostras de nasofaringe. Foram investigados fatores de risco como: fumantes no domicílio, outras crianças no domicílio e aleitamento materno exclusivo. RESULTADOS: A vacina pneumocócica polissacarídica não mostrou proteção contra infecções causadas por pneumococo. No entanto, o aleitamento materno exclusivo até os seis meses protegeu os lactentes contra as infecções respiratórias (OR= 7,331. A colonização da nasofaringe por pneumococo aos três ou seis meses aumentou a chance de infecções respiratórias (OR= 2,792. CONCLUSÕES: Lactentes amamentados exclusivamente com leite materno até seis meses são significativamente protegidos contra infecções por pneumococos, independentemente da vacinação pneumocócica.OBJETIVO: Analizar la efectividad de la vacuna pneumocóccica polisacarídica y factores de riesgo y protección para infecciones por pneumococo en lactantes. MÉTODOS: Estudio transversal anidado en ensayo clínico con hijos de 139 mujeres seleccionadas en el prenatal en servicio público de salud en Sao Paulo, SP, de 2005 a 2006. Las participantes fueron aleatorizadas en tres grupos: el primero no recibía ninguna vacuna (n=46, el segundo recibía la vacuna pneumocóccica polisacarídica en el último trimestre del

  8. Análise temporal da incidência da hepatite A no município de Belém-Pa, Brasil, nos anos de 2008 e 2009 e disseminação da informação na ilha de Cotijuba

    OpenAIRE

    Lena P. S. Rodrigues; Douglas Gasparetto; João J. B. Monteiro; Nelson F.L. Soffiatti; Nelson Veiga

    2015-01-01

    A análise de dados epidemiológicos, ambientais e sócio-econômicos foi modelada para reconhecer os fatores temáticos da Hepatite A e seus mecanismos de disseminação, na ilha de Cotijuba, onde os casos ocorridos em 2008 e 2009 foram indistintamente notificados em Belém - PA. Para reconhecer a existência desses fatores foram utilizadas geotecnologias emergentes associadas a estruturas de dados relacionais e não relacionais com o método de análise temporal da relação entre os fatores e a incidênc...

  9. Epidemiologia da infecção pelo vírus da hepatite C Epidemiology of hepatitis C virus infection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Martins

    2011-02-01

    Full Text Available A hepatite C é uma das principais causas de doença hepática crônica em todo o mundo. Existe grande variação na prevalência da infecção pelo vírus da hepatite C (HCV de acordo com a região geográfica estudada, refletindo não só características epidemiológicas distintas entre as populações, mas diferenças nas metodologias utilizadas para a realização das estimativas. Apesar dos dados escassos, estimativas indicam que o Brasil é um país com prevalência intermediária, variando entre 1% e 2%. Os principais fatores de risco para a infecção pelo HCV são a transfusão de hemoderivados de doadores não rastreados com anti-HCV, uso de drogas intravenosas, transplante de órgãos, hemodiálise, transmissão vertical, exposição sexual e ocupacional. Pela ausência de vacina ou profilaxia pós-exposição eficaz, o foco principal da prevenção está no reconhecimento e controle desses fatores de risco. Neste artigo será feita uma revisão da literatura com enfoque na prevalência da hepatite C, especialmente no Brasil. Além disso, serão discutidos aspectos relacionados à distribuição da infecção pelo HCV de acordo com as faixas etárias e também os principais fatores de risco para a hepatite C.Hepatitis C is a major cause of chronic liver disease worldwide. There is a significant variation in the prevalence of hepatitis C virus (HCV infection according to the geographic region studied. These discrepancies reflect not only distinct epidemiological characteristics among the populations, but also differences in the methodologies used for the estimates. Despite scarce data, estimates indicate that Brazil is a country with an intermediate prevalence of HCV infection, ranging from 1% to 2%. The most important risk factors for HCV acquisition include injection drug use, blood product transfusion, organ transplantation, hemodialysis, occupational injury, sexual transmission and vertical transmission. Because there is no

  10. Níveis plasmáticos de vitamina A em crianças carentes com pneumonia na fase aguda e após recuperação Plasma vitamin A levels in deprived children with pneumonia during the acute phase and after recovery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosangela da Silva

    2005-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar os níveis plasmáticos de retinol em crianças de baixo nível socioeconômico com pneumonia, antes e depois da resolução do processo infeccioso; investigar a associação entre os níveis plasmáticos de retinol, após a resolução da infecção, com algumas variáveis socioeconômicas, a condição nutricional e a gravidade da pneumonia. MÉTODOS: Estudo de coorte prospectivo desenvolvido com 40 crianças, hospitalizadas por pneumonia, na faixa etária de 6 meses a 5 anos. Foram avaliados o nível plasmático de retinol na fase aguda e após a resolução da infecção, a escolaridade do chefe da família, a renda per capita, o peso ao nascer, a condição nutricional, os níveis de hemoglobina e a gravidade da pneumonia. RESULTADOS: O valor médio de retinol plasmático após a resolução do processo infeccioso foi maior em relação à fase aguda da infecção (1,4±0,6 versus 1,7±0,6 µmol/l, p = 0,03. A freqüência de níveis inadequados de retinol (OBJECTIVE: The aim of this study was to examine the plasma retinol of children in the acute phase of pneumonia and after recovery and to investigate the association between plasma levels of retinol after recovery with socioeconomic variables, nutritional status and severity of pneumonia. METHODS: A prospective cohort study which included 40 low-income hospitalized children with pneumonia, aged 6 months to 5 years. We evaluated: plasma retinol level during the acute phase and after recovery, years of schooling of the head of the family, per capita income, birth weight, nutritional status, hemoglobin levels and severity of pneumonia. RESULTS: Mean plasma retinol levels were significantly higher after recovery than during the acute phase of infection (1.4±0.6 vs. 1.7±0.6 µmol/l, p = 0.03. The frequency of inadequate plasma retinol levels (< 1.05 µmol/l was 32.5 and 17.5% for the acute phase and after recovery, respectively. There were no statistically significant

  11. Fatores de risco para internação por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade Risk factors for acute respiratory disease hospitalization in children under one year of age

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Elaine Cardozo Macedo

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar fatores de risco para hospitalização por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade. MÉTODOS: Estudo de casos e controles na cidade de Pelotas, RS. Os casos foram crianças de até um ano de idade, que se hospitalizaram por doença respiratória aguda, de agosto de 1997 a julho de 1998. Os controles foram crianças da comunidade, da mesma idade, sem hospitalização prévia por essa doença. Um questionário investigando exposição a fatores de risco foi aplicado às mães de casos e controles. Os dados foram submetidos à análise univariada, bivariada e multivariada por meio de regressão logística para avaliação dos fatores de risco sobre o desfecho de interesse. RESULTADOS: Foram analisadas 777 crianças, sendo 625 casos e 152 controles. Na análise bruta, os fatores de risco associados ao desfecho foram: sexo masculino, faixa etária menor de seis meses, aglomeração familiar, escolaridade materna, renda familiar, condições habitacionais inadequadas, desmame precoce, tabagismo materno, uso de bico, história de hospitalização e antecedentes de sintomas respiratórios. O trabalho materno foi fator de proteção para internação por doença respiratória aguda. Na análise multivariada, permaneceram associadas: ausência de ou baixa escolaridade materna (OR=12,5, história pregressa de sibilância (OR=7,7, desmame precoce (OR=2,3, uso de bico (OR=1,9, mãe fumante (OR=1,7, idade abaixo de seis meses (OR=1,7 e sexo masculino (OR=1,5. CONCLUSÕES: Os resultados mostraram a importância dos aspectos sociais e comportamentais da família, assim como morbidade respiratória anterior da criança como fatores de risco para hospitalização por doença respiratória aguda.OBJECTIVE: To evaluate risk factors for acute respiratory disease hospitalizations in children under one year of age. METHODS: A case-control study was conducted in the city of Pelotas, Southern Brazil. Cases were children under one

  12. VIH: Infeccion aguda, pesquisa y manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cortés S. Esteban, Dr.

    2014-05-01

    Si bien existe una relativa facilidad para realizar el diagnóstico de un paciente con la infección crónica por VIH, existe por otro lado una relativa dificultad para realizar el diagnóstico de la infección aguda en etapas tempranas de la infección. Esta situación es de importancia desde el punto de vista de la Salud Pública por cuanto en la infección aguda es cuando se producen las viremias más elevadas y por tanto la mayor facilidad para que el sujeto sea infectante y disemine la infección viral.

  13. Bases moleculares de las leucemias agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. Martínez Antuña

    2006-04-01

    Full Text Available El gran desarrollo de la biología molecular en los últimos años ha contribuido a un importante avance en los conocimientos relacionados con las bases moleculares de las leucemias agudas (LA. Ademas de profundizar en la biología de estas enfermedades y conocer las bases moleculares, ha renido también gran impacto en mejorar el resultado de los tratamientos y disminuir la toxicidad de las terapias.

  14. Comportamiento de la otitis media aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gladys Fuentes Fernández

    Full Text Available Introducción: la otitis media aguda es una complicación de las infecciones respiratorias agudas altas, frecuente en los niños menores de 5 años. Objetivos: caracterizar su comportamiento, según edad y sexo, e identificar algunos factores de riesgo en este grupo de edad. Métodos: se realizó un estudio descriptivo retrospectivo de 554 niños ingresados en el hospital Pediátrico de Centro Habana con el diagnóstico de otitis media aguda, durante los años 2006-2010. Los datos se recogieron de las historias clínicas. Resultados: la otitis media aguda fue más frecuente en el sexo masculino (58,7 % y en los menores de 1 año (53,1 %. El antecedente de bajo peso (33,9 % y la prematuridad (27,5 %, la asistencia a círculos infantiles (43,5 % y el hábito de fumar de los padres (58,4 %, además del antecedente de ingresos hospitalarios por otitis media en el mes previo a la aparición del episodio actual (59,0 %, constituyeron los principales factores de riesgo en el presente estudio. Conclusiones: la otitis media es una causa frecuente de ingresos hospitalarios, y se identifican como principales factores de riesgo la asistencia a círculos infantiles y el tabaquismo de algunos de los padres.

  15. Resultados do tratamento da pancreatite aguda grave

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franz Robert Apodaca-Torrez

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os resultados do Protocolo de Atendimento de pacientes com diagnóstico de pancreatite aguda grave. MÉTODOS: Foram analisados, consecutivamente, a partir de janeiro de 2002, idade, sexo, etiologia, tempo de internação, tipo de tratamento e mortalidade de 37 pacientes portadores de pancreatite aguda grave. RESULTADOS: A idade dos pacientes variou de 20 a 88 anos (média de 50 anos; 27% foram do sexo feminino e 73% do masculino. O tempo médio global de internação foi 47 dias. Treze pacientes foram tratados cirurgicamente; a média de operações realizadas foi duas por paciente. Ocorreram seis óbitos dentre os pacientes submetidos ao tratamento cirúrgico (46% e dois óbitos no grupo submetido somente ao tratamento clínico (8,3%. A mortalidade global foi 21% CONCLUSÃO: Após a modificação na forma de abordagem dos pacientes com pancreatite aguda grave, houve diminuição da mortalidade e uma tendência para a conduta expectante.

  16. Efeito da hipertermia na pancreatite aguda grave experimental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Gustavo Ieri Yamanari

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo deste estudo é avaliar os efeitos da hipertermia na pancreatite aguda (PA grave experimental induzida por ácido taurocólico. MÉTODO: A PA grave foi induzida pela injeção retrógrada de ácido taurocólico a 2,5% ou 5% no ducto pancreático principal. Após a indução, os animais foram colocados numa gaiola contendo duas lâmpadas de 100 W. A temperatura corporal foi aumentada para 39,5ºC e mantida neste nível por 45 minutos. Foram estudados taxa de mortalidade em 72 horas, permeabilidade vascular no pâncreas, porcentagem de água no tecido pancreático, amilase sérica, histologia (edema, necrose acinar e infiltrado inflamatório e níveis séricos de IL-6 e IL-10. RESULTADOS: Não houve alteração em nenhum dos parâmetros avaliados. CONCLUSÃO: Não há benefício da hipertermia na PA grave experimental induzida por ácido taurocólico.

  17. Bussulfano e melfalano como regime de condicionamento para o transplante autogênico de células-tronco hematopoéticas na leucemia mielóide aguda em primeira remissão completa Busulfan and melphalan as conditioning regimen for autologous hematopoietic stem cell transplantation in acute myeloid leukemia in first complete remission

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadjanara D. Bueno

    2008-10-01

    Full Text Available Vinte e dois pacientes consecutivos portadores de leucemia mielóide aguda (LMA em primeira remissão completa (1ªRC submetidos a transplante de células-tronco hematopoéticas autogênico (TCTH Auto condicionados com bussulfano e melfalano (Bu/Mel foram selecionados entre 1993 e 2006. A probabilidade de sobrevida global (SG pelo método de Kaplan-Meier foi de 57,5% após 36 meses, com "plateau" aos 20 meses após o transplante. Fatores como sexo, classificação Franco-Americana-Britânica (FAB da LMA, tratamento de indução, consolidação intensiva, remissão após o primeiro ciclo de indução e fonte de células não tiveram impacto na sobrevida. Pela análise citogenética, um paciente de mau prognóstico submetido ao procedimento, foi a óbito um ano após o transplante. Nove pacientes foram a óbito, oito por recidiva e um por hemorragia. Morte antes dos 100 dias ocorreu em dois pacientes, um por recidiva e outro por hemorragia decorrente da plaquetopenia refratária, relacionada ao procedimento. Concluímos que o regime de condicionamento Bu/Mel é opção válida ao uso de outros regimes de condicionamento, apresentando excelente taxa da sobrevida.Twenty-two consecutive patients with acute myeloid leukemia in first complete remission submitted to autologous hematopoietic stem cells transplantation conditioned with busulfan and melphalan were evaluated between 1993 and 2006. The overall survival, according to the Kaplan-Meier curve, was 57.5% at 36 months, with a "plateau" at 20 months after transplant. Factors such as gender, French-American-British (FAB classification of acute myeloid leukemia, induction therapy, intensive consolidation, remission after the first cycle of induction and source of cells had no impact on survival. One patient with poor prognosis before the procedure died a year after transplantation. Nine patients died, eight by relapse and one because of bleeding. Death before 100 days occurred for two patients, one

  18. Acesso vascular para hemodiálise com cateter temporário de duplo lúmen em cães com insuficiência renal aguda Hemodialysis vascular access with temporary double-lumen catheter in dogs with acute renal failure

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Melchert

    2008-08-01

    Full Text Available A hemodiálise é uma modalidade terapêutica que pode sustentar a vida do paciente com insuficiência renal aguda (IRA, enquanto este recupera a função renal. Para sua realização, é necessário estabelecer circulação extracorpórea, para que seja realizada a filtração do sangue, impondo a necessidade de um acesso vascular viável e eficiente. O objetivo deste estudo foi avaliar a eficiência e as complicações do acesso vascular para hemodiálise (HD, com cateter temporário de duplo lúmen inserido na veia jugular externa. Foram estudados 10 cães com IRA induzida por gentamicina, submetidos a sessões diárias de HD, com duração de uma hora, até a recuperação da função renal ou óbito. Foram realizadas 104 sessões de HD nos animais estudados, observando-se necessidade de troca do cateter em sete sessões (6,7%, devido à obstrução do lúmen do cateter em seis sessões (5,8% ou por saída acidental do mesmo em uma sessão (1,0%. Não se observou migração do cateter, infecção, hemorragia ou hematoma no local de entrada do cateter na pele, obtendo-se fluxo sanguíneo patente em 90,4% das sessões. Concluiu-se que o acesso vascular na veia jugular externa com cateter temporário de duplo-lúmen mostrou-se viável, com ocorrência de poucas complicações, sendo, portanto, indicado como forma de acesso para a circulação extracorpórea para HD em cães com IRA.Hemodialysis is a therapeutic procedure that can sustain the patient's life in acute renal failure (ARF, during the renal function recover. To perform hemodialysis (HD, an extracorporeal circulation is established to blood filtration, imposing the need of a viable and efficient vascular access. The aim of this study was to evaluate the effectiveness and complications of the HD vascular access with temporary double-lumen catheter inserted into the external jugular vein. Ten mongrel dogs with ARF, induced by gentamicin administration, were submitted to daily

  19. Avaliação da concordância interobservador na análise da tomografia computadorizada sem contraste no diagnóstico da urolitíase em pacientes com cólica renal aguda Interobserver agreement on non-contrast computed tomography interpretation for diagnosis of urolithiasis in patients with acute flank pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Ronan Marquez Ferreira de Souza

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a reprodutibilidade da tomografia computadorizada sem contraste na avaliação da litíase ureteral e os sinais secundários de obstrução do sistema coletor em pacientes com cólica renal aguda. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo prospectivo de 52 pacientes com diagnóstico clínico de cólica renal aguda submetidos a exame de tomografia computadorizada de abdome sem contraste. Os exames foram realizados com técnica helicoidal e posteriormente analisados por três observadores independentes, com a concordância interobservador avaliada pelo método estatístico kappa (kapa. Foram analisados os parâmetros: a presença, localização e mensuração dos cálculos ureterais; b dilatação do sistema coletor intra-renal; c heterogeneidade da gordura perirrenal; d dilatação ureteral; e edema da parede ureteral (sinal do halo. RESULTADOS: Foram encontrados 40 cálculos ureterais na tomografia computadorizada (77%. A concordância interobservador para a identificação do cálculo ureteral e da dilatação ureteral foi quase perfeita (kapa = 0,89 e kapa = 0,87, respectivamente, substancial para dilatação do sistema coletor intra-renal (kapa = 0,77 e moderada para heterogeneidade da gordura perirrenal e para edema da parede ureteral (kapa = 0,55 e kapa = 0,56, respectivamente. CONCLUSÃO: A tomografia computadorizada de abdome sem contraste apresenta elevada reprodutibilidade na avaliação da litíase ureteral e dos sinais secundários de obstrução do sistema coletor.OBJECTIVE: To evaluate the interobserver agreement on non-contrast computed tomography interpretation by a group of experienced abdominal radiologists, for the study of urolithiasis in patients presenting acute flank pain. MATERIALS AND METHODS: Prospective study of 52 patients submitted to non-contrast enhanced helical computed tomography. The images were subsequently analyzed by three independent observers, with the interobserver agreement assessed by means of the

  20. Methylene blue improves hemodynamic shock but increases lipoperoxidation in severe acute pancreatitis pig model Azul de metileno melhora as condições hemodinâmicas do choque circulatório, mas aumenta a peroxidação lipídica em um modelo suino de pancreatite aguda grave

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Ferreira Meirelles Jr

    2008-01-01

    Full Text Available PURPOSE: Study hemodynamic pattern and lipoperoxidation during methylene blue (MB treatment on taurocholate - enterokinase induced acute pancreatitis (AP. METHODS: Thirty pigs were equally divided in control group; MB group; AP group; MB previous AP group; and MB after 90 min of induced AP group. MB was given iv in a bolus dose (2mg.kg-1 followed by maintenance dose (2 mg.kg-1.h-1. Hemodynamic parameters were recorded continuously during 180 min by Swan-Ganz catheter. Blood samples were taken every 60 min to determine arterial and venous nitrate, malondialdehyde (MDA and amylase. Pancreatic tissue was removed for histopathologic study. RESULTS: In AP group MBP and CO decreased over time 33% (p0.05 serum MDA when associated to AP. After induced AP, MB did not reverse MBP and CO decrease. There was no difference in serum amylase and necro-hemorrhagic findings with MB treatment. CONCLUSIONS: In this taurocholate-induced AP model MB treatment delayed hemodynamic shock and decreases serum nitrate levels but increases serum MDA levels. No volemic replacement was done and it may have been a mitigated factor to a poor tissue perfusion and impairment microcirculation. Further investigations are needed to elucidate MB treatment role during AP treatment.OBJETIVO: estudar o perfil hemodinâmico e a lipoperoxidação durante o tratamento com azul de metileno (AM de pancreatite aguda (PA induzida por taurocolato-enteroquinase. MÉTODOS: Trinta porcos foram igualmente divididos em: grupo controle, grupo AM; grupo PA; grupo AM prévio à PA; grupo AM após 90 minutos após a indução da PA. O AM foi administrado sob a forma de bolus EV (2mg.kg-1 seguido por dose de manutenção (2 mg.kg-1.h-1. Os parâmetros hemodinâmicos foram registrados continuamente durante 180 min com auxílio de cateter de Swan-Ganz. Amostras sanguíneas foram colhidas a cada 60 min para a determinação arterial e venosa de nitrato, malondialdeido (MDA and amilase. Removeu-se tecido

  1. Acetylcholinesterase enzyme activity in carp brain and muscle after acute exposure to diafuran Atividade da enzima acetilcolinesterase em cérebro e músculo de carpas após exposição aguda ao diafuran

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaqueline Ineu Golombieski

    2008-01-01

    Full Text Available Sublethal adverse effects may result from exposure of aquatic organisms to insecticides at environmentally relevant concentrations. Fingerlings of the common carp (Cyprinus carpio, Linnaeus, 1758, grass carp (Ctenopharyngodon idella, Valenciennes, 1844, and bighead carp (Aristichthys nobilis, Richardson, 1845 were exposed to diafuran, an insecticide widely used during rice cultivation in Southern Brazil. The aim of this study was to verify the relationship between the lethal concentration (LC50 of diafuran and the acetylcholinesterase (AChE activity in brain and muscle tissues of these species as a possible early biomarker of exposure to this insecticide. LC50 was determined for fish exposed to diafuran concentrations during 96 h (short term: common carp: control, 0.5, 1.0, 1.5, 2.0, 2.5 and 3.0 mg L-1; grass carp: control, 1.0, 2.0, 3.0 and 3.5 mg L-1 and, bighead carp: control, 0.5, 1.0, 1.5, 2.0, 3.0 and 4.0 mg L-1, as well as the determination of AChE at concentrations near LC50 for these species. LC50 values (nominal concentrations were 1.81 mg L-1 for the common carp, 2.71 mg L-1 for the grass carp and, 2.37 mg L-1 for the bighead carp. All carps exposed to diafuran were lethargic (lower concentrations or immobile. Diafuran inhibited the acetylcholinesterase activity in brain (~38% and muscle (~50% of all species. Muscle of bighead carp under control treatment showed higher specific AChE activity than brain (14.44 against 5.94 µmol min-1 g protein-1, respectively. Concentrations of diafuran used for rice cropping may affect Cyprinus carpio, Ctenopharyngodon idella and Aristichthys nobilis behaviors and the AChE activities in brain and muscle of these species may be an early biomarker of toxicity of this insecticide.Exposição a inseticidas em concentrações elevadas no ambiente podem ocasionar efeitos adversos subletais em organismos aquáticos. Alevinos de carpa húngara (Cyprinus carpio, Linnaeus, 1758, carpa capim (Ctenopharyngodon

  2. Modificações Agudas dos Níveis Séricos de Creatina Quinase em Adultos Jovens Submetidos ao Trabalho de Flexionamento Estático e de Força Máxima

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eurico Peixoto César

    2008-09-01

    Full Text Available A força e a flexibilidade são componentes presentes em um programa de treinamento, e seus valores máximos são obtidos através de testes específicos. No entanto pouco se sabe sobre seus efeitos deletérios no aparelho músculo tendíneo. O objetivo foi verificar as modificações séricas de CK 24h após uma rotina de alongamentos, flexionamento estático e teste de 1-RM. Participaram do estudo 14 indivíduos de ambos os sexos (28±6 anos, divididos em grupo controle (GC N=7 e grupo experimental (GE N7, sendo o último submetido a uma rotina de alongamentos (GE-AL,de flexionamento estático (GE-FLEX e ao teste de 1-RM (GE-1-RM. A antropometria foi aferida através de uma balança digital com estadiômetro. As coletas de sangue foram obtidas utilizando-se seringas descartáveis e depositadas em recipientes de vidro vedados e enviadas ao laboratório para deteminar os níveis de CK. Utilizou-se a técnica de De Lorme e Watkins nos exercícios Supino Horizontal e Leg Press para determinar a carga de 1-RM. Realizou-se 3 séries de 20s de insistência flexionamento e 3 séries de 6 segundos de insistência para o alongamento. E estatística empregada foi a Prova de Friedman com post hoc de Tukey. Os valores de CK basal e pós 24h no GC e GE (AL;FLEX e 1-RM foram respectivamente:195,0 ± 129,5 vs. 202,1 ± 124,2;213,3 ± 133,2 vs. 174,7 ± 115,8;213,3 ± 133,2 vs. 226,6 ± 126,7 e 213,3 ± 133,2 vs. 275,9 ± 157,2. Só foi observada diferença significativa(p = 0,02 nos valores do GE-1RM. Conclui-se que apenas os exercícios dinâmicos de força máxima foram capazes de aumentar os níveis de CK pós exercício.

  3. Dor aguda no joelho do paciente idoso Acute knee pain in elderly patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Luís Camanho

    2008-09-01

    Full Text Available A dor aguda no joelho de pacientes idosos é freqüente, sendo caracterizada por seu aparecimento súbito, sem causa aparente, com exame radiográfico dentro dos padrões da normalidade, na maioria dos casos. A etiologia da dor aguda no joelho é decorrente de insuficiência das estruturas, e seu quadro clínico difere completamente daquele determinado pela osteoartrose, sendo sempre unilateral e ocorre na grande maioria em pacientes do sexo feminino, após a quinta década de vida, e na região medial do joelho (local de maior carga. Com o propósito de analisar as possíveis etiologias para a dor aguda do joelho de pacientes acima de 60 anos de idade, suas características e tratamento, os autores discutem as etiologias relacionadas à dor aguda: lesão meniscal, fratura por fadiga e osteonecrose idiopática.Acute knee pain in elderly patients is not uncommon, and is characterized by a sudden onset, no apparent cause, and by normal radiographic findings in most cases. The etiology of acute knee pain is the result of insufficient structures, and clinical symptoms are totally different from the symptoms seen in osteoarthrosis. This acute pain in the knee is always unilateral and in the medial region of the knee joint (site with the heaviest load, predominantly in females after the fifth decade of live. In order to consider the possible etiologies for acute knee joint pain in patients older than 60 years, its characteristics and treatment, the authors discuss etiologies related to acute pain: lesion of the meniscus, stress fracture, and idiopathic osteonecrosis.

  4. Sertralina e pancreatite aguda: relato de caso Sertraline and acute pancreatitis: a case-report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Malbergier

    2004-03-01

    Full Text Available A pancreatite aguda é uma patologia grave e com considerável morbidade e mortalidade. Vários fatores são apontados como possíveis causas de pancreatite aguda. Neste relato, será apresentado um caso de pancreatite aguda com possível associação causal com um inibidor seletivo de recaptura de serotonina: sertralina. Após um mês de tratamento com sertralina, uma paciente do sexo feminino, 55 anos, desenvolveu forte dor abdominal e elevação da amilase sérica. Após internação e retirada da sertralina, seus sintomas remitiram e os níveis de amilase voltaram ao normal. Pela potencial gravidade do quadro e pelo amplo uso desta medicação, tal associação deve ser lembrada em investigações de casos de pancreatite aguda.Acute pancreatitis is a severe disease with considerable morbidity and mortality. Many risk factors are causally related to acute pancreatitis. In this report, a case of acute pancreatitis with possible causal relationship with the use of a selective serotonin reuptake inhibitor, sertraline, will be discussed. After one month of treatment with sertraline, a female patient, 55 years-old, developed a severe abdominal pain and showed a serum amylase elevation. She was admitted to the hospital and the use of sertraline was interrupted. After that, the symptoms remitted and the serum amylase level returned to normal. Because of the potential severity of this disease and the widespread use of sertraline, this association should be reminded when investigating possible causes for acute pancreatitis.

  5. Histological study on acute inflammatory reaction to polyurethane-coated silicone implants in rats Estudo histológico da reação inflamatória aguda ao implante de silicone revestido com poliuretano em ratos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto da Silva Mendes

    2008-02-01

    Full Text Available PURPOSE: Evaluating histologically the silicone peri-implant coated by polyurethane inflammation associated to the use of anti-microbial and bacterial contamination. METHODS: It was used 35 Wistar rats. The animals were divided in seven groups: I - Control; II - implant cavity contamination with10 bacteria/ml; III - implant cavity contamination with 10 bacteria/ml; IV - implant cavity contamination with 10 bacteria/ml; V - identical contamination to group II and implant immersions in anti-microbial solution; VI - identical contamination in group III and implant immersions in the anti-microbial solution; VII - identical contamination of group IV and implant immersions in anti-microbial solution. It was evaluated morphometrically the peri-implant capsules after 30 days of introduction. RESULTS: The factors with more discriminating power were the giants cells of a strange body and the mononuclear. There was no correlation between the bacterial concentrations and the histological alterations. CONCLUSION: 1 The histological standard of the inflammatory reaction around the silicone implant coated with polyurethan is chronic granulomatosis type of a strange body; 2 There isn´t correlation between concentration of Staphylococcus epidermidis and histological changes; 3 The use of anti-microbial solution decreased the mononuclear cell reactions, with the increase of giant cells in a strange body.OBJETIVO: Avaliar, histologicamente, a reação inflamatória aos implantes de silicone revestidos por poliuretano, com contaminação bacteriana, associada ou não ao uso de antimicrobianos. MÉTODOS: Utilizou-se 35 ratos Wistar. Os animais foram divididos em 7 grupos: I- Controle, II- contaminação da cavidade do implante com 10¹ bactérias/ml, III- contaminação da cavidade do implante com 10³ bactérias/ml, IV- contaminação da cavidade do implante com 10(5 bactérias/ml, V- contaminação idêntica ao grupo II e imersão dos implantes em solu

  6. Respostas cardiovasculares agudas no treinamento de força conduzido em exercícios para grandes e pequenos grupamentos musculares Acute cardiovascular responses in strenght training conducted in exercises for large and small muscular groups

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Welton D'Assunção

    2007-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi comparar o comportamento da pressão arterial sistólica (PAS, diastólica (PAD, freqüência cardíaca (FC e duplo produto (DP durante a execução unilateral de três séries de 10RM em dois exercícios envolvendo grupamentos musculares distintos. Participaram 18 homens normotensos (22,4 ± 2,7 anos; 76,2 ± 9,8kg; 175,4 ± 6,0cm experientes em exercícios resistidos. Os voluntários foram submetidos ao procedimento experimental em quatro dias não consecutivos. No primeiro dia, aplicaram-se testes de 10RM nos exercícios rosca bíceps com haltere (RB e cadeira extensora (CE. Após 48 horas, foi realizado um reteste de 10RM. Posteriormente à obtenção das cargas, realizaram-se três séries de 10RM nos exercícios selecionados. O ritmo de execução das séries em ambos os exercícios foi controlado por um metrônomo, estabelecendo-se um tempo de dois segundos para cada uma das fases excêntrica e concêntrica. A FC foi aferida por cardiofreqüencímetro e a PAS e PAD, pelo método auscultatório. A ANOVA de duas entradas com medidas repetidas, seguida do teste post-hoc de Tukey, não encontrou diferenças (p > 0,05 entre as respostas cardiovasculares nos diferentes exercícios. Contudo, verificaram-se diferenças significativas (p The aim of this study was to compare the behavior of the systolic blood pressure (SBP; diastolic blood pressure (DBP; heart rate (HR and double product (DP during the unilateral performance of three sets of 10RM in two exercises involving distinct muscular groups. Eighteen normotense men (22.4 ± 2.7 years; 76.2 ± 9.8 kg; 175.4 ± 6.0 cm experienced in resisted exercises participated in the study. The volunteers were submitted to the experimental procedure in four non-consecutive days. On the first day, the 10RM tests were applied in the biceps curls with dumbbells (BC and extensor bench (SB. After 48 hours, a re-test of 10RM was performed. After the loads were obtained, three sets of

  7. Estudo das alterações das citocinas inflamatórias na rejeição aguda do transplante intestinal em ratos Cytokine participation in the acute rejection of intestinal transplantation in rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Dong Won Lee

    2004-06-01

    Full Text Available RACIONAL: O transplante de intestino delgado é procedimento cirúrgico em estudo visando sua aplicação no tratamento dos pacientes portadores da síndrome do intestino curto, com vistas à reabilitação oral. Porém a grande barreira se deve à "rejeição" pela grande quantidade de tecido linfóide presente no intestino delgado. OBJETIVO: Avaliar a atuação das citocinas, interleucina-6 e interferon-gama em alotransplante heterotópico intestinal. MATERIAL E MÉTODOS: Realizaram-se 24 alotransplantes intestinais em ratos da raça Brown-Norway (doador para Lewis (receptor, sendo subdivididos em três subgrupos de oito animais, sacrificados respectivamente no terceiro dia de pós-operatório (Tx(3, no quinto dia de pós-operatório (Tx(5 e no sétimo dia de pós-operatório (Tx(7 para coleta das biopsias dos enxertos intestinais. Enquanto que no grupo isotransplante (C envolveu oito animais da raça Lewis (doador para Lewis (receptor, porém neste grupo realizaram-se biopsias seriadas no mesmo animal, sendo subdivididos em três momentos: biopsia no terceiro dia de pós-operatório (C(3, no quinto dia de pós-operatório (C(5 e sacrificados no sétimo dia de pós-operatório (C(7 para coleta da biopsia. Realizou-se inicialmente análise intragrupo entre os momentos C(3, C(5 e C(7 para todos os parâmetros de rejeição citados anteriormente, como também para os três subgrupos Tx(3, Tx(5 e Tx(7. Posteriormente, realizou-se a análise intergrupo de forma transversal e pareada comparando-se o grupo isotransplante com o grupo alotransplante (C(3 com Tx(3; C(5 com Tx(5 e C(7 com Tx(7. RESULTADOS: No grupo isotransplante não houve diferença estatisticamente significante quanto à imunoexpressão das citocinas estudadas, todavia no grupo alotransplante observou-se que alterações da interleucina-6 e de interferon-gama ocorreram a partir do quinto dia de pós-operatório.BACKGROUND: Intestinal transplantation is a possible treatment for

  8. Participação da apoptose na rejeição aguda do transplante intestinal em ratos Apoptosis participation in the acute rejection of intestinal transplantation in rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Dong Won Lee

    2004-09-01

    Full Text Available RACIONAL: O transplante de intestino delgado é procedimento cirúrgico em estudo visando sua aplicação no tratamento dos pacientes portadores da síndrome do intestino curto, com vistas à reabilitação oral. A grande barreira, porém, se deve à rejeição pela grande quantidade de tecido linfóide presente no intestino delgado. OBJETIVO: Estudo da apoptose em alotransplante heterotópico intestinal. MATERIAL E MÉTODOS: Realizaram-se 24 alotransplantes intestinais em ratos da raça Brown-Norway (doador para Lewis (receptor, sendo subdivididos em três subgrupos de oito animais, sacrificados respectivamente no terceiro dia de pós-operatório (Tx(3, no quinto dia de pós-operatório (Tx(5 e no sétimo dia de pós-operatório (Tx(7 para coleta das biopsias dos enxertos intestinais. Compararam-se os resultados com o grupo isotransplante (C que envolveu oito animais da raça Lewis (doador para Lewis (receptor, porém neste grupo realizaram-se biopsias seriadas no mesmo animal, sendo subdivididos em três momentos: biopsia no terceiro dia de pós-operatório (C(3, no quinto dia de pós-operatório (C(5 e sacrificados no sétimo dia de pós-operatório (C(7 para coleta da biopsia. Realizou-se, inicialmente, análise intragrupo entre os momentos C(3, C(5 e C(7 para todos os parâmetros de rejeição citados anteriormente, como também para os três subgrupos Tx(3, Tx(5 e Tx(7. Posteriormente, realizou-se a análise intergrupo de forma transversal e pareada comparando-se o grupo isotransplante com o grupo alotransplante. (C(3 com Tx(3; C(5 com Tx(5 e C(7 com Tx(7. No grupo isotransplante não houve expressão estatística quanto aos marcadores analisados. Porém, no grupo alotransplante observou-se que alterações da apoptose foram marcantes a partir do terceiro dia de pós-operatório.BACKGROUND: Intestinal transplantation is a possible treatment for patients with short bowel syndrome, aiming the reintroduction of oral diet. However, the major

  9. Simplified flow cytometric assay to detect minimal residual disease in childhood with acute lymphoblastic leukemia Detecção de doença residual mínima em crianças com leucemia linfoblástica aguda por citometria de fluxo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Delbuono

    2008-08-01

    Full Text Available The detection of minimal residual disease (MRD is an important prognostic factor in childhood acute lymphoblastic leukemia (ALL providing crucial information on the response to treatment and risk of relapse. However, the high cost of these techniques restricts their use in countries with limited resources. Thus, we prospectively studied the use of flow cytometry (FC with a simplified 3-color assay and a limited antibody panel to detect MRD in the bone marrow (BM and peripheral blood (PB of children with ALL. BM and PB samples from 40 children with ALL were analyzed on days (d 14 and 28 during induction and in weeks 24-30 of maintenance therapy. Detectable MRD was defined as > 0.01% cells expressing the aberrant immunophenotype as characterized at diagnosis among total events in the sample. A total of 87% of the patients had an aberrant immunophenotype at diagnosis. On d14, 56% of the BM and 43% of the PB samples had detectable MRD. On d28, this decreased to 45% and 31%, respectively. The percentage of cells with the aberrant phenotype was similar in both BM and PB in T-ALL but about 10 times higher in the BM of patients with B-cell-precursor ALL. Moreover, MRD was detected in the BM of patients in complete morphological remission (44% on d14 and 39% on d28. MRD was not significantly associated to gender, age, initial white blood cell count or cell lineage. This FC assay is feasible, affordable and readily applicable to detect MRD in centers with limited resources.A detecção de doença residual mínima (DRM é um importante fator prognóstico na leucemia linfóide aguda (LLA infantil e fornece informações sobre a resposta ao tratamento e o risco de recaída. Entretanto, os altos custos das técnicas utilizadas limitam seu uso nos países em desenvolvimento. Desta forma, realizamos um estudo prospectivo para avaliar a citometria de fluxo (CF, utilizando três fluorescências e um painel limitado de anticorpos monoclonais, como método de detec

  10. Acute toxicity of pyrazosulfuron-ethyl and permethrin to juvenile Litopenaeus vannamei =Toxicidade aguda de pirazossulfurom-etílico e permethrin em juvenis de camarão branco Litopenaeus vannamei

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanni Lemos de Mello

    2011-01-01

    Full Text Available The objective of this study was to determine the LC50 (96h of two pesticides: SiriusR 250 SC herbicide of the pyrazosulfuron-ethyl group, and TalcordR insecticide of the permethrin group, on juvenile Litopenaeus vannamei. Shrimp total hemocyte count (THC was also determined as an indication of physiological alterations caused by the pesticides. Juvenile shrimp (5.0 } 0.5 g were exposed to the following concentrations: 0, 0.1, 1.0, 10, 100 and 1000 ƒÊg L-1 SiriusR 250 SC; and 0, 0.001, 0.01, 0.1, 1.0 and 10 ƒÊg L-1 TalcordR. The TalcordR LC50 (96h was of 0.00933 ƒÊg L-1 or 9.33 ng L-1. There were no significant changes in the THC between control and test groups. No SiriusR 250 SC concentrations tested killed more than 50%of the shrimp; therefore, the herbicide was considered not toxic to the juveniles. However, the THC showed significant differences between the control and test groups, suggesting sublethal effects to L. vannamei juveniles. According to the results, the insecticide TalcordR is highly lethal for L. vannamei and the herbicide SiriusR 250 SC was not lethal in the concentrations tested but showed sublethal effects as lower THC. The results demonstrate the risks involved in farming L. vannamei shrimp near rice cultures where these pesticides are routinely used.O objetivo deste trabalho foi determinar a CL50 (96h dos agroquimicos SiriusR 250 SC, herbicida a base de pirazossulfurom-etilico, e TalcordR, inseticida a base de permethrin, em juvenis de Litopenaeus vannamei, bem como avaliar possiveis alteracoes fisiologicas por meio da contagem total de hemocitos (CTH dos camaroes. Juvenis de L. vannamei (5,0 } 0,5 g foram expostos as seguintes concentracoes dos agroquimicos: SiriusR 250 SC, 0; 0,1; 1; 10; 100 e 1.000 ƒÊg L-1, e TalcordR, 0; 0,001; 0,01; 0,1; 1 e 10 ƒÊg L-1. A CL50 (96h do inseticida TalcordR foi de 0,00933 ƒÊg L-1 ou 9,33 ng L-1. Nao houve alteracoes significativas da CTH entre as medias dos grupos

  11. Eficácia do diquat no controle de Hydrilla verticillata, Egeria densa e Egeria najas e toxicidade aguda para o Guaru (Phallocerus caudimaculatus, em condições de laboratório Efficacy of diquat in the control of Hydrylla verticillata, Egeria densa and Egeria najas and its acute toxicity to Phallocerus caudimaculatus, under laboratory conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.N.P. Henares

    2011-06-01

    Full Text Available No Brasil, as macrófitas aquáticas submersas, Egeria densa e Egeria najas, têm causado prejuízos aos usos múltiplos da água. Hydrilla verticillata foi recentemente introduzida, mas tem histórico como planta problemática nos EUA, no México e na Austrália. O objetivo deste trabalho foi avaliar as suscetibilidades relativas dessas três macrófitas aquáticas ao diquat e os riscos da utilização desse herbicida para o guaru (Phallocerus caudimaculatus. Para isso, foram instalados ensaios em condições de laboratório, a fim de avaliar a suscetibilidade relativa das três macrófitas por meio da manutenção de ponteiros dessas plantas em soluções contendo 0,0; 0,2; 0,4; 0,8; e 1,6 mg L-1 de diquat (Reward® por 14 dias. A avaliação foi realizada pela variação do acúmulo de matéria fresca e do comprimento dos ponteiros no período de exposição ao herbicida. H. verticillata mostrou maior sensibilidade ao diquat em comparação com as duas macrófitas do gênero Egeria, mesmo em baixas concentrações do herbicida. Nas maiores concentrações, E. densa mostrou maior sensibilidade que E. najas. O risco da aplicação do diquat para P. caudimaculatus foi estimado pela toxicidade aguda. Alevinos de P. caudimaculatus de 0,4 ± 0,2 mg foram expostos a soluções de 0,0; 1,0; 5,0; 10,0; 15,0; 20,0; 25,0; e 30,0 mg L-1 de diquat. A concentração letal de 50% (CL(I (50;96h do diquat estimada para P. caudimaculatus foi de 7,17 mg L-1. Para P. caudimaculatus, a toxicidade aguda foi superior à concentração recomendada para o controle de macrófitas aquáticas submersas, indicando risco muito baixo para esse peixe.In Brazil, the submerged plants Egeria densa and Egeria najas have caused damage to multiple uses of water. Hydrilla verticillata has been recently introduced, but it has a history as a problem plant in the U.S., Mexico and Australia. The objectives of this work were to assess the relative susceptibilities of these three

  12. Acidentes perfurocortantes e medidas preventivas para hepatite B adotadas por profissionais de Enfermagem nos serviços de urgência e emergência de Teresina, Piauí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma Maria Evangelista de Araújo

    Full Text Available Objetivos analisar a ocorrência de acidentes perfurocortantes e as medidas preventivas associadas à hepatite B entre profissionais de Enfermagem em serviços de urgência e emergência. Métodos estudo transversal analítico com aplicação de questionário a 317 participantes de cinco hospitais públicos de Teresina, PI, em 2010. Resultados 152 (47,9% referiram ter sofrido acidente perfurocortante; entre as categorias, 27,3% dos Enfermeiros, 48,2% dos Auxiliares, 52,6% dos Técnicos de Enfermagem. A chance de um profissional de nível médio (Auxiliar ou Técnico sofrer um acidente perfurocortante é de 2,8 (1,38-5,67 vezes maior que o de nível superior (Enfermeiros. A agulha foi o instrumento causador mais frequente (77,0%. A não notificação do acidente foi expressiva entre Técnicos (67,0%, Auxiliares (70,0% e Enfermeiros (75,0%, assim como a não adoção de medidas profiláticas pós-exposição (84,9%, em média. As três categorias profissionais referiram uso de luvas como o EPI mais utilizado. Os Auxiliares de Enfermagem apresentaram o menor percentual (47,0% de esquema vacinal completo para hepatite B. Discussão um percentual expressivo de profissionais de Enfermagem sofreu acidente perfurocortante no trabalho com baixa adoção de medidas preventivas e profiláticas, reforçando a necessidade de fortalecimento de estratégias que visem à saúde do trabalhador no âmbito hospitalar.

  13. Correlation between surgical lung biopsy and autopsy findings and clinical data in patients with diffuse pulmonary infiltrates and acute respiratory failure Correlação entre achados de biópsia pulmonar cirúrgica e de autópsia e dados clínicos em pacientes com infiltrados pulmonares difusos e insuficiência respiratória aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauro Canzian

    2006-10-01

    executado quando outros procedimentos não forneceram um diagnóstico urgente e específico; no entanto, pode haver relutância em sua execução em pacientes críticos, que apresentam infiltrados pulmonares difusos. OBJETIVO: Avaliar a acurácia diagnóstica, mudanças na terapêutica e a sobrevida de pacientes com infiltrado pulmonar difuso, em sua maior parte apresentando a insuficiência respiratória aguda, submetidos a biópsia cirúrgica. MÉTODO: Foram examinados retrospectivamente registros médicos e biópsias pulmonares cirúrgicas de 63 pacientes maiores de 18 anos de idade, com infiltrados difusos, entre 1982 a 2003. Os diagnósticos clínicos foram comparados aos histopatológicos, de biópsias e de autópsias. Dados laboratoriais e epidemiológicos foram avaliados e sua correlação com a sobrevida hospitalar analisada. RESULTADOS: Todos os espécimes histológicos exibiram alterações, em sua maior parte de natureza benigna/inflamatória. Em quinze casos o fator etiológico pôde ser determinado na biópsia, sendo o Mycobacterium tuberculosis o mais freqüente. O diagnóstico pré-operatório foi mudado em 37 pacientes. Autópsias foram realizadas em 25 pacientes e confirmaram resultados da biópsia em 72%. A terapêutica foi alterada em 65% dos pacientes com base nos resultados da biópsia. Quarenta e nove por cento dos pacientes sobreviveram ao final do período de hospitalização. Características que diferiram significativamente entre sobreviventes versus não sobreviventes incluíram sexo (p=0.05, a presença de comorbidade (p=0.05, a SatO2 (p=0.05, e a presença de dano alveolar difuso na biópsia (p=0.004. CONCLUSÃO: A biópsia pulmonar cirúrgica forneceu um diagnóstico etiológico específico e exato em muitos pacientes com infiltrados pulmonares difusos quando a melhora clínica não ocorreu após o tratamento padrão. A biópsia pulmonar cirúrgica pode fornecer diagnósticos que requerem tratamentos específicos, com provável impacto na redu

  14. Soporte nutricional en la insuficiencia renal aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. Cristina Olivos, Dra.

    2010-07-01

    Full Text Available La insuficiencia renal aguda (IRA se presenta frecuentemente en distintas condiciones clínicas y es especialmente frecuente en unidades de cuidados intensivos. La presencia de IRA se considera como un factor de riesgo independiente de morbilidad y mortalidad hospitalaria. De ahí la importancia de evaluar los diversos factores determinantes de su evolución, entre los que cuenta la desnutrición calórico-proteica. El propósito de esta revisión es analizar la literatura más relevante hasta la actualidad en este tema.

  15. Infecções bacterianas pioram o prognóstico da hepatite alcoólica Alcoholic hepatitis: bad prognosis due to concomitant bacterial infections

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edna Strauss

    2004-06-01

    Full Text Available As infecções bacterianas cursam com altos índices de morbilidade e mortalidade na cirrose hepática. O objetivo do nosso trabalho foi avaliar se também na hepatite alcoólica as infecções bacterianas são fatores de mau prognóstico. Na avaliação retrospectiva de 681 pacientes hospitalizados em um único centro, por período de 6 anos, foram bem documentados 52 (7,5% casos de hepatite alcoólica, sendo 73,1% com biópsia hepática para análise histopatológica e os restantes por diagnóstico clínico-bioquímico. Houve predomínio do sexo masculino (relação 3,3:1,0, com idade média de 40 anos e ingestão média de etanol puro de 193g/dia por mais de 3 anos. As principais complicações foram: encefalopatia hepática (n=5, insuficiência renal (n=4 e hemorragia digestiva alta (n=3. Houve infecção bacteriana em 11 (21,1% pacientes, sendo pulmonar (n=5, peritonite bacteriana espontânea (PBE (n=2, urinária (n=3 e dermatológica (n=1. Óbito precoce, durante o período de internação ocorreu em 8 (15,4% casos e a análise comparativa entre eles e os sobreviventes mostrou serem fatores de mau prognóstico a presença de encefalopatia hepática (p=0,012, bilirrubinas > 20mg% (p=0,012 e associação com infecções graves (pulmonar/PBE, com p=0,004. Em conclusão, demonstramos que as infecções bacterianas são fatores de mau prognóstico na hepatite alcoólica. Recomendamos, portanto, que a profilaxia com antibióticos que se faz durante hemorragia digestiva alta na cirrose e em casos de insuficiência hepática fulminante, seja estendida para a hepatite alcoólica, em sua forma grave, com finalidade de evitar infecções bacterianas e mortalidade precoce.Bacterial infections increase morbidity and mortality in cirrhosis. Our aim was to investigate whether in alcoholic hepatitis the development of bacterial infections was also a poor prognostic factor. In the retrospective evaluation of 681 hospitalized patients with liver disease

  16. Enzimas de função hepática na aflatoxicose aguda experimental em frangos de corte Hepatic enzimes function in experimental acute enzimes aflatoxicosis in broilers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Borsa

    1998-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a função hepática de aves experimentalmente intoxicadas por aflatoxina, com e sem uso de bentonita sódica, foram utilizados 40 (quarenta frangos de corte, machos, linhagem Ross, divididos em 4 (quatro grupos de 10 (dez. animais, sendo que cada grupo foi submetido a um tratamento: T1 - controle (ração sem aflatoxina ou bentonita, T2 - ração com 5ppm de aflatoxina, T3 - ração com 5ppm de aflatoxina e 0,5% de bentonita sódica e T4 - ração com 0,5% de bentonita sódica. Todos estes tratamentos foram aplicados do 1° ao 42 ° dia de vida das aves. Aos 21, 35 e 42 dias de idade, foram analisados os níveis séricos das enzimas aspartato aminotransferase (AST, alanina aminotransferase (ALT, lactato desidrogenase (LDH e gama glutamiltransferase (GGT, A análise da variância mostrou que houve interação entre os tratamentos e datas de colheita de material, para as seguintes variáveis: AST, LDH e GGT. Para estas, foi aplicado o teste de Tukey, comparando-se as médias de cada tratamento em cada data. Observou-se que as enzimas AST, ALT e GGT não apresentaram diferenças significativas entre tratamentos, porém, nos tratamentos l e 2, a AST apresentou um aumento linear (pThe aim ofthis study is to evaluate ïhe hepatic function of experimentally intoxicated broilers by aflatoxin with and without sodium bentonite. Forty Ross mole broilers, were used divided into 4 groups of 10 birds, and such groups have been submitted to the following treatments: T1- control (feed without aflatoxin or sodium bentonite, T2- feed containing 5ppm of aflatoxin, T3- feed containing 5ppm of aflatoxin and 0.5% of sodium bentonite and T4- feed containing 0.5% of sodium bentonite. Ali these treatments have been appiied from the l st to the 42nd day of lif e. On the days 21, 35 and 42, the serum leveis of the enzimes aspartate aminotransferase (AST, alanino aminotransferase (ALT, lactate dehydrogenase (LDH and gamma glutamiltransferase (GGT

  17. Microlithiasis of the gallbladder: role of endoscopic ultrasonography in patients with idiopathic acute pancreatitis Microcolecistolitíase: papel da ecoendoscopia em pacientes com pancreatite aguda sem causa aparente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Celso Ardengh

    2010-01-01

    colecistomicrolitíase (cálculos com até 3 mm. Não há, no momento, consenso quanto ao melhor método propedêutico para diagnosticá-lo e, entre os propostos, nenhum apresenta alta sensibilidade. A ecoendoscopia (EE é excelente no diagnóstico da pancreatite crônica incipiente e microcálculos da vesícula biliar (MCV ou colédoco. São poucas as referências na literatura internacional e nenhuma na nacional a respeito do emprego da EE na PA. O objetivo deste trabalho é o de estabelecer o valor da EE no diagnóstico da colecistomicrolitíase em doentes com PA sem causa aparente. MÉTODOS: Trinta e seis pacientes com o diagnóstico de PA sem causa aparente foram consecutivamente estudados durante cinco anos. Dos enviados para exame ecoendoscópico, 21 mulheres e 15 homens com média de idade de 41,6 anos. Todos haviam sido submetidos antes a pelo menos um US e uma TC, que não revelaram alterações na via bílio-pancreática e 63,9% deles tinham apresentado mais de um episódio de PA. O diagnóstico da colecistomicrolitíase pela EE realizada até uma semana durante o surto de PA baseou-se no tamanho do cálculo (até 3 mm, inclusive e hiperecogeneicidade com ou sem sombra acústica. Todos os doentes foram colecistectomizados, após o exame ecoendoscópico. RESULTADO: O exame das peças cirúrgicas mostrou que 27 (75% doentes apresentavam MCV e nove (25% não. A EE levou a erro no diagnóstico da microlitíase em seis (16,8% casos, quatro casos de falsos-positivos e dois casos de falsos-negativos. Em 30 casos (83,2% houve confirmação dos seus resultados. A sensibilidade, a especificidade, os valores preditivos positivo, negativo e a acurácia (com intervalo de confiança de 95% para a EE no diagnóstico dos MCV foram: 92,6% (74,2 a 98,7%, 55,6% (22,7 a 84,7%, 86,2% (67,4% a 95,5%, 71,4% (30,3 a 94,9% e 83,2% (66,5% a 93% respectivamente. CONCLUSÃO: A EE mostra-se, portanto, de grande valor na identificação da colecistomicrolitíase e a PA não deve ser considerada sem

  18. Bandagem reversível do tronco pulmonar IV: análise da hipertrofia aguda do ventrículo direito em modelo experimental de sobrecarga intermitente IV Pulmonary trunk reversible banding: analysis of right ventricle acute hypertrophy in an intermittent loading experimental model

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Acrisio Sales Valente

    2008-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: A bandagem ajustável do tronco pulmonar (TP pode proporcionar treinamento ventricular mais fisiológico para cirurgia de Jatene em dois estágios. Este estudo experimental analisa a hipertrofia aguda (96 horas do ventrículo direito (VD submetido à sobrecarga sistólica intermitente. MÉTODOS: Cinco grupos de sete cabritos jovens foram dispostos conforme o tempo de sobrecarga sistólica do VD (0, 24, 48, 72 e 96 horas. O grupo zero hora funcionou como grupo controle. Avaliações ecocardiográficas e hemodinâmicas foram feitas diariamente. Os animais foram sacrificados para avaliação do conteúdo de água e pesagem das massas cardíacas. RESULTADOS: Houve aumento da espessura do VD a partir de 48 horas de treinamento (pOBJECTIVES: Adjustable pulmonary trunk (PT banding device may induce a more physiologic ventricle retraining for the two-stage Jatene operation. This experimental study evaluates the acute hypertrophy (96 hours of the right ventricle (RV submitted to an intermittent pressure overload. METHODS: Five groups of seven young goats were distributed according to RV intermittent systolic overload duration (0, 24, 48, 72 and 96 hours. The zero-hour group served as a control group. Echocardiographic and hemodynamic evaluations were performed daily. After completing the training program for each group, the animals were sacrificed for water content and cardiac masses evaluation. RESULTS: There was a significant increase in RV free wall thickness starting with the 48-hour group (p<0.05. However, a decreased RV ejection fraction, associated with an important RV dilation and a significant increase in the RV volume to mass ratio was observed at 24-hour training period, when compared to 96-hour period (p=0.003, with subsequent recovery throughout the protocol. A 104.7% increase in RV mass was observed in the 96-hour group, as compared to the control group, with no differences in water content between these two groups. The daily mean

  19. The epidemiology of acute viral gastroenteritis in hospitalized children in Cordoba city, Argentina: an insight of disease burden Epidemiologia da gastrenterite viral aguda em crianças hospitalizadas na cidade de Córdoba, Argentina: uma percepção ao impacto da doença

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel O. GIORDANO

    2001-08-01

    Full Text Available Information concerning the disease burden of viral gastroenteritis has important implications for the use and monitoring the impact of public health policies. The present study, carried out in Córdoba city, Argentina, documents the epidemiology of severe viral diarrhea as well as the burden of viral gastrointestinal disease in the hospital children admission. A total of 133 stools were collected from hospitalized children (Town Childhood Hospital suffering from acute diarrhea and studied for the presence of Group A rotavirus, astrovirus and adenovirus 40/41 by enzyme-immuno assay, between November 1997 and October 1998. Enteric viruses accounted for 42.1% of the total diarrheal cases analyzed. Group A rotaviruses, astroviruses, adenoviruses 40/41 and mixed infections were found in 35.3, 4.5, 1.5, and 0.8% studied specimens respectively. We estimated that 1 in 27 children in the 0-35 month-old cohort/range would be annually hospitalized for a viral gastroenteritis illness. The major impact on viral diarrhea lies on rotaviral infection, accouting for 84.0% of the viral diarrheal cases analyzed and for approximately one third of severe diarrheas requiring hospital admission in Córdoba City, Argentina.Dados a respeito do impacto das gastrenterites virais têm implicações importantes para o monitoraramento do impacto das políticas de saúde pública. O presente estudo, feito na cidade de Córdoba, Argentina, documenta a epidemiologia da diarréia viral severa como também o impacto que a mesma representa na admissão hospitalar de crianças. Pesquisou-se a presença de Rotavírus grupo A, Astrovírus e Adenovírus 40/41 por ensaio imuno-enzimático em 133 amostras de fezes obtidas durante o período de novembro de 1997 a outubro de 1998, de crianças hospitalizadas por diarréia aguda. Os virus entéricos constituíram 42,1% do total de casos de diarréia analisados. Encontraram-se Rotavírus Grupo A, Astrovírus, Adenovírus 40/41 e infec

  20. Intoxicaciones agudas en pediatría

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yalena Prado Vizcaíno

    2011-12-01

    Full Text Available Introducción: las intoxicaciones han sido en los últimos años una importante causa de aumento de la morbilidad y mortalidad en edades pediátricas. Objetivo: determinar el comportamiento clínico de las intoxicaciones agudas en la etapa de enero de 2005 a diciembre de 2009 en el Hospital Pediátrico "William Soler". Métodos: el estudio se realizó en el Hospital "William Soler". Se revisaron las historias clínicas, los registros de intoxicaciones agudas y las tarjetas de codificación de egresos hospitalarios por intoxicaciones de los pacientes llegados al hospital en esta etapa. Resultados: se recibieron en el hospital 886 pacientes. El grupo de mayor frecuencia de intoxicaciones fue el de 1 a 5 años, con predominio del sexo masculino, aunque sin diferencias significativas con respecto al sexo femenino. Las intoxicaciones más frecuentes fueron por medicamentos, fundamentalmente psicofármacos y antibióticos, seguido por alimentos y por productos químicos del hogar. El 30,2 % de los casos fueron ingresados. Conclusiones: estos resultados nos hacen pensar en la necesidad de estar alertas y crear acciones encaminadas a proteger o evitar las intoxicaciones en edades tan vulnerables.

  1. Suscetibilidade genética na lesão pulmonar aguda e síndrome da angústia respiratória aguda Genetic susceptibility in acute lung injury and acute respiratory distress syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Suparregui Dias

    2009-12-01

    Full Text Available A lesão pulmonar aguda e sua forma mais grave, a síndrome da angústia respiratória aguda, são o denominador comum de várias doenças que podem provocar uma inflamação exagerada nos pulmões. Nos últimos anos, essa variabilidade tem sido atribuída, pelo menos em parte, a fatores genéticos. O presente estudo tem por objetivos revisar o papel dos principais genes envolvidos na suscetibilidade, morbidade e mortalidade na lesão pulmonar aguda e na síndrome da angústia respiratória aguda. Através de pesquisa nas bases de dados PubMed e LiLACS, empregando-se os unitermos lesão pulmonar aguda, síndrome da angústia respiratória aguda e síndrome da angústia respiratória do adulto em combinação com polimorfismos genéticos, foram selecionados 69 artigos, dos quais 38 foram incluídos nesta revisão. Foram também considerados artigos relevantes extraídos das referências bibliográficas nos artigos selecionados das bases de dados. Os polimorfismos genéticos são variantes gênicas presentes em pelo menos 1% da população. A presença destas variantes genéticas pode influenciar a expressão de mediadores da resposta inflamatória, afetando diretamente a suscetibilidade à lesão pulmonar aguda, a intensidade da inflamação no parênquima pulmonar, a evolução e o desfecho destes pacientes. Estudos de associação com grandes populações e passíveis de reprodução permitirão de modo definitivo a inclusão da genômica no arsenal diagnóstico, prognóstico e terapêutico de pacientes com lesão pulmonar aguda/síndrome da angústia respiratória agudaAcute lung injury and its most severe presentation, acute respiratory distress syndrome, are a common denominator for several diseases which can lead to exaggerated lung inflammation. In the last years this variability has been ascribed, at least partially, to genetic issues. This study aims to review the role of the main genes involved in acute lung injury and acute respiratory

  2. INSUFICIENCIA RENAL AGUDA CON UREMIA NORMAL EN PACIENTE MONO-RENO SECUNDARIA A PIELONEFRITIS AGUDA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Musso CG

    2006-03-01

    Full Text Available RESUMEN:La insuficiencia renal aguda es un sindrome que característicamente cursa con niveles plasmáticos elevados de urea y creatinina. Sin embargo, hay situaciones clínicas en las cuales este sindrome puede cursar con un incremento de la creatininemia sin presentar elevación de la uremia.En este reporte presentamos un caso clínico de una insuficiencia renal aguda con uremia normal secundaria a una pielonefritis aguda en un paciente con riñón único. El paciente presentaba una elevada excreción fraccional de urea lo cual podía explicar su uremia normal pese a estar cursando una caída del filtrado gomerular. Dicha excreción de urea elevada fue interpretada como secundaria a una diabetes insipida nefrogénica y una alteración en el recirculado intra-renal de la urea ambos producto de la pielonefritis aguda. Concluimos que la pielonefritis aguda en un paciente mono-reno puede presentarse con un patrón de insuficiencia renal aguda con uremia normal. SUMMARYAcute renal failure is a syndrome that usually runs with an increase in creatinine and urea plasma levels. However, there are clinical situations in which this syndrome may run with an increase in plasma creatinine keeping normal the urea one.In this report we present a case of acute renal failure with normal plasma urea level secondary to an acute pyelonephritis in a single kidney patient. The patient had an increased fractional excretion of urea which could explain the normal plasma urea levels found despite of his reduced glomerular filtration. This increased urea excretion state was interpreted as a consequence of the nephrogenic diabetes insipidus and alteration of the intra-renal urea reciclying process that the acute pyelonephritis induced. In conclusion: Acute pyelonephritis in a single kidney patient can appear as a pattern of acute renal failure with normal plasma urea levels.

  3. INSUFICIENCIA RENAL AGUDA CON UREMIA NORMAL EN PACIENTE MONO-RENO SECUNDARIA A PIELONEFRITIS AGUDA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Musso CG

    2007-04-01

    Full Text Available RESUMENLa insuficiencia renal aguda es un sindrome que característicamente cursa con niveles plasmáticos elevados de urea y creatinina. Sin embargo, hay situaciones clínicas en las cuales este sindrome puede cursar con un incremento de la creatininemia sin presentar elevación de la uremia. En este reporte presentamos un caso clínico de una insuficiencia renal aguda con uremia normal secundaria a una pielonefritis aguda en un paciente con riñón único. El paciente presentaba una elevada excreción fraccional de urea lo cual podía explicar su uremia normal pese a estar cursando una caída del filtrado gomerular. Dicha excreción de urea elevada fue interpretada como secundaria a una diabetes insipida nefrogénica y una alteración en el recirculado intra-renal de la urea ambos producto de la pielonefritis aguda. Concluimos que la pielonefritis aguda en un paciente mono-reno puede presentarse con un patrón de insuficiencia renal aguda con uremia normal.SUMMARYAcute renal failure is a syndrome that usually runs with an increase in creatinine and urea plasma levels. However, there are clinical situations in which this syndrome may run with an increase in plasma creatinine keeping normal the urea one. In this report we present a case of acute renal failure with normal plasma urea level secondary to an acute pyelonephritis in a single kidney patient. The patient had an increased fractional excretion of urea which could explain the normal plasma urea levels found despite of his reduced glomerular filtration. This increased urea excretion state was interpreted as a consequence of the nephrogenic diabetes insipidus and alteration of the intra-renal urea reciclying process that the acute pyelonephritis induced. In conclusion: Acute pyelonephritis in a single kidney patient can appear as a pattern of acute renal failure with normal plasma urea levels.

  4. Insuficiencia renal aguda con necrosis tubular aguda secundaria a picadura masiva de abejas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo A. Aroca - Martínez

    2006-01-01

    Full Text Available Leñador de 46 años consulta al servicio de nefrología, de la Clínica Renal de la Costa en Barranquilla, con episodio de insuficiencia renal aguda 48 horas después de haber sufrido múltiples picaduras por abejas africanizadas. Durante su estancia hospitalaria presentó incremento de enzimas musculares (AST LDH, y de pruebas de función renal, motivo por el cual fue dializado en varias ocasiones. Con mejoría total, se decide egresar y manejar ambulatoriamente. Se concluye que el caso se trata de una insuficiencia renal por necrosis tubular aguda por rabdomiolisis debida a la picadura múltiple de abejas africanizadas.

  5. Cobertura vacinal contra hepatite B entre usuários de drogas ilícitas Cobertura vacinal contra hepatite B entre usuários de drogas ilícitas Hepatitis B vaccination use and risk behaviors among users of illicit drugs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Santos Attilio

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a cobertura vacinal contra a hepatite B e os comportamentos de risco entre usuários de drogas ilícidas (UDI em Dourados-MS. MÉTODOS: Trata-se de uma pesquisa de campo, descritiva de corte transversal realizada mediante aplicação de questionário em 49 usuários atendidos pelos centros de recuperação e programas de apoio desse Município. RESULTADOS: Identificou-se predomínio de homens jovens que utilizavam drogas não injetáveis. A história de prisão, e de hepatite na família, tatuagens, múltiplos parceiros sexuais e realização de todas as formas de relação sexual, foram os fatores de risco mais frequentes. CONCLUSÃO: Estes fatores combinados com a baixa cobertura vacinal e a falta de término do esquema confirmam a vulnerabilidade do grupo em adquirir a hepatite B.OBJETIVO: Identificar la cobertura de vacunas contra la hepatitis B y los comportamientos de riesgo entre usuarios de drogas ilícidas (UDI en Dourados-MS. MÉTODOS: Se trata de una investigación de campo, descriptiva de corte transversal realizada mediante la aplicación de un cuestionario a 49 usuarios atendidos por los centros de recuperación y programas de apoyo de ese Municipio. RESULTADOS: Se identificó predominio de hombres jóvenes que utilizaban drogas no inyectables. La historia de prisión, y de hepatitis en la familia, tatuajes, parejas sexuales múltiples y realización de todas las formas de relación sexual, fueron los factores de riesgo más frecuentes. CONCLUSIÓN: Estos factores sumados a la baja cobertura de vacunas y la falta de término del esquema confirman la vulnerabilidad del grupo para adquirir la hepatitis B.OBJECTIVE: To identify hepatitis B vaccine use and risk behaviors among users of illicit drugs (IDU in Dourados (Mato Grosso do Sul, Brasil. METHODS: A descriptive cross-sectional field study was conducted by questionnaire with 49 users of illicit drugs who were receiving assistance through rehabilitation

  6. Leucograma e proteínas de fase aguda de ruminantes domésticos sadios e enfermos

    OpenAIRE

    Simplicio, Kalina Maria de Medeiros Gomes [UNESP

    2011-01-01

    Foi avaliada a importância de proteínas de fase aguda (PFA) como biomarcadores de enfermidades em ruminantes domésticos. Para tal se determinou o proteinograma sérico e leucograma de 15 bovinos sadios e 15 doentes, 15 ovinos sadios e 15 doentes, e 15 caprinos sadios e 15 doentes. Todos foram submetidos a colheitas diárias de sangue durante sete dias, enquanto permaneciam internados no Hospital Veterinário da FCAV-UNESP, Câmpus de Jaboticabal. Em bovinos a haptoglobina teve destaque como bioma...

  7. Avaliação do antígeno SAG2a recombinante de Toxoplasma gondii como um potencial marcador diagnóstico para Toxoplasmose humana aguda

    OpenAIRE

    Béla, Samantha Ribeiro

    2007-01-01

    Proteínas recombinantes têm sido utilizadas para o diagnóstico sorológico da infecção por Toxoplasma gondii para diferenciar entre as fases aguda e crônica da toxoplasmose. Neste estudo, foi avaliada a reatividade de anticorpos IgG e IgG1 através de imunoensaios em soros de pacientes com toxoplasmose aguda e crônica dirigidos contra dois antígenos recombinantes clonados e expressos em E. coli, SAG2A (molécula recombinante total) e SAG2A(DELTA) (molécula recombinante deletada do...

  8. Avaliação da atividade hepatoprotetora do asiaticosídeo em modelo experimental de lesão hepática por paracetamol em ratos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Henrique da Silva

    2014-08-01

    Full Text Available O asiaticosídeo é um triterpenóide presente no extrato da Centella asiatica, sendo responsável pela atividade terapêutica desta planta em doenças hepáticas crônicas. O hepatócito é a célula responsável pelas funções endócrinas e exócrinas do fígado, além de converter substâncias nocivas em materiais não tóxicos excretados pela bile. Por esse motivo, o fígado é sensível à ação de alguns fármacos, como, por exemplo, o paracetamol. Assim, utilizando o paracetamol como modelo experimental de lesão hepática, o objetivo deste estudo foi avaliar a ação hepatoprotetora do asiaticosídeo, na dose estabelecida como terapêutica, em ratos Wistar. Dois grupos compostos por vinte animais cada, tratados com asiaticosídeo (1mg/kg/dia v.o. por oito dias e não tratados foram submetidos à intoxicação com elevada dose de paracetamol (3 g/kg v.o no oitavo dia. Em seguida, os animais foram eutanasiados após 24 h ou 72 h para coleta de amostras de sangue e fragmentos de fígado. Para avaliação da atividade hepatoprotetora, foi realizada a dosagem sérica de enzimas indicativas de lesão hepática (AST, ALT e Fosfatase Alcalina e a análise histológica e morfométrica do tecido hepático. Os resultados obtidos permitiram evidenciar que na dose utilizada, o asiaticosídeo apresenta atividade hepatoprotetora, uma vez que o grupo submetido ao tratamento prévio apresentou menos lesões histológicas e menores níveis séricos de AST e ALT quando comparado ao grupo controle. Estes resultados permitem concluir que o asiaticosídeo, na dose mais usualmente empregada na fitoterapia, apresentou atividade hepatoprotetora na hepatite aguda causada por elevada dose de paracetamol.

  9. Avaliação da função renal em pacientes no pós-operatório de cirurgia cardíaca: a classificação AKIN prediz disfunção renal aguda? Evaluation of the renal function in patients in the postoperative period of cardiac surgery: does AKIN classification predict acute kidney dysfunction?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Cristina da Silva Magro

    2009-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Identificar a freqüência de lesão renal aguda e comparar a aplicação da classificação AKIN com o uso isolado da creatinina sérica no pós-operatório de cirurgia cardíaca. MÉTODOS: Este estudo foi desenvolvido prospectivamente em um hospital de ensino e pesquisa especializado em cardiologia da rede pública do estado de São Paulo. Foram acompanhados 44 pacientes submetidos à cirurgia cardíaca eletiva, desde o pós-operatório imediato até o 2º pós-operatório. RESULTADOS: Constatou-se que dos 44 pacientes, 75% eram hipertensos, 27% diabéticos e eram majoritariamente do sexo masculino (64%, com média de idade de 55±16 anos. Observou-se que a idade avançada e o índice de massa corpórea elevado apresentaram correlação significativa para disfunção renal (pOBJECTIVES: To identify the frequency of the Acute Kidney Injury and to compare the application of the AKIN classification with the separate use of the serum creatinine in the postoperative period of cardiac surgery. METHODS: This study was prospectively developed in a teaching and specialized research hospital in cardiology of the public health system of the state of São Paulo. Forty-four patients submitted to the elective cardiac surgery since the immediate post-surgical period up to the 2nd post-surgical period were followed. RESULTS: It was possible to verify that from the forty-four patients, 75% were hypertensive, 27% were diabetic and mostly were male (64%, with an average age of 55+16 years old. It was observed that advanced age and the elevated body mass index shows a significant correlation to renal dysfunction (p<0, 05. According to the AKIN classification, the urinary flow criterion identified more renal dysfunction than creatinine criterion. It was verified that the renal dysfunction occurred more frequently in the postsurgery period and the majority (82% from the 63,6% of the patients which were submitted to the revascularization of the myocardium

  10. DOI: 10.4025/actascibiolsci.v33i3.8011 Acta Scientiarum. Biological Sciences Maringá, v. 33, n. 3, p. 239-246, 2011 Acute inflammatory response in Nile tilapia fed probiotic Lactobacillus plantarum in the diet = Resposta inflamatória aguda em tilápia do Nilo alimentada com probiótico, Lactobacillus plantarum na dieta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geovana Dotta

    2011-07-01

    Full Text Available The present study evaluated the acute inflammatory response induced bycarrageenin (500 £gg injected in the swim bladder of Nile tilapia, after fed or not probiotic supplemented diet. Fifty four fish were distributed in six treatments and three replicates: Group A: Fish fed unsupplemented diet: 0.5 mL saline-injected fish; fish injected with 500 £gg carrageenin diluted in 0.5 mL saline; Non-injected. Group B: Fish fed probiotic supplemented diet: saline-injected fish; carrageenin-injected fish; Non-injected. Fifteen days after feeding the fish were injected with carrageenin or saline. After six hours, inflammatory exudate was collected, as well as the blood for hematocrit, red blood cell (RBC and white blood cell (WBC counts, differential count of leucocytes and phagocytic activity in the blood. Supplementation with probiotic did not influence the RBC, hematocrit and the numbers of lymphocytes and basophils in the blood. The number of neutrophils was significantly higher in supplemented fish injected with carrageenin. Glucose concentration in supplemented and non-injected fish was higher than that observed in the saline injected ones. Probiotic potentialized the migration of cells to the inflammatory focus in the animals injected with the carrageenin irritant. In fish injected with saline and carrageenin occurred the greatest phagocytic activity in the blood in relation to those treatments.Este trabalho avaliou a resposta inflamatoria aguda induzida por injecao de carragenina (500 ƒÝg na bexiga natatoria de tilapia do Nilo suplementada ou nao com probiotico na racao. Cinquenta e quatro animais foram distribuidos em seis tratamentos com tres repeticoes: Grupo A: peixes alimentados com racao naosuplementada: Controle (injecao de 0,5 mL de solucao salina esteril; Carragenina (injecao de500 £gg de carragenina; Nao-injetada. Grupo B: peixes alimentados com racao suplementada com probiotico: Controle; Carragenina; Nao-injetada. Apos 15 dias de

  11. Virtual learning object for the simulated evaluation of acute pain in nursing students Objeto virtual de aprendizaje para evaluación simulada de dolor agudo por estudiantes de enfermería Aplicação de objeto virtual de aprendizagem, para avaliação simulada de dor aguda, em estudantes de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Graziela Alvarez

    2011-04-01

    , dinámica y constructiva de aprendizaje. La aplicación de la tecnología presentó resultados positivos para el aprendizaje de la evaluación del dolor, contribuyendo para llenar un vacío en la enseñanza de la temática.O objetivo do estudo foi avaliar os resultados da aplicação de um objeto virtual de aprendizagem para avaliação simulada da dor aguda na aprendizagem de estudantes de graduação em enfermagem e verificar sua opinião sobre a qualidade da tecnologia. Trata-se de estudo quase experimental, não randomizado, do tipo antes e depois, realizado com 14 estudantes da sétima fase da graduação em enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina. As médias de pré (8,84 e pós-teste (9,31 revelaram diferença significativa na aprendizagem, após intervenção (p=0,03. Na avaliação qualitativa, destacaram-se a flexibilidade de acesso, o acesso independente de tempo/lugar, liberdade para decidir o melhor percurso de aprendizagem e a semelhança com a realidade. Constitui promissora ferramenta educacional, uma experiência interativa, semelhante à realidade, dinâmica e construtiva de aprendizagem. A aplicação da tecnologia trouxe resultados positivos para a aprendizagem da avaliação da dor, contribuindo para o preenchimento da lacuna no ensino da temática.

  12. Conocimientos y prácticas del cuidador como factor asociado a enfermedad respiratoria aguda en niños de 2 meses a 5 años Conhecimentos e práticas do responsável como fator associado à doença respiratória aguda em crianças de 2 meses a 5 anos knowledge and practices of the caregiver as a factor associated to acute respiratory infection in children from 2 months to 5 years old

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ángela María Pulgarín Torres

    2011-03-01

    Full Text Available Objetivo. Establecer la relación existente entre la Enfermedad Respiratoria Aguda (ERA y los conocimientos y prácticas que tiene el cuidador del niño. Metodología. Estudio de casos y controles en el que los casos fueron los niños hospitalizados por ERA y los controles los niños hospitalizados por causas diferentes. Se realizó entrevista a los cuidadores de los niños con el fin de indagar el nivel de conocimientos y prácticas que tenían con respecto a la ERA. Resultados. Se estudiaron 24 casos y 24 controles. El perfil del cuidador de ambos grupos de estudio es el de mujeres, madres del menor, amas de casa, con nivel educativo de secundaria, afiliadas al régimen contributivo y de estratos socioeconómicos 2 y mayores. Los cuidadores de los casos tuvieron menor proporción de conocimientos adecuados sobre ERA que los de los controles (41.7% versus 75.0%, p=0.02. Un bajo de cuidadores en ambos grupos identifica adecuadamente los signos y síntomas de ERA (casos=4.2% y controles=8.2%. El conocimiento de cuándo consultar de manera urgente fue adecuado en el 75.0% de los cuidadores de los casos versus 66.7% de los cuidadores de los controles. En las prácticas desarrolladas cuando el niño tiene ERA los cuidadores de los controles, la que más realizan es el adecuado manejo de la fiebre, el resto de prácticas tuvieron proporciones de manejo adecuado entre regulares y malas. Conclusión. Los conocimientos y prácticas en los cuidadores fueron inadecuados, se evidencia la necesidad de implementar y reforzar acciones educativas en la comunidad.Objetivo. Estabelecer a relação existente entre a Doença Respiratória Aguda (ERA e os conhecimentos e práticas que tem o responsável de crianças. Metodologia. Estudo de casos e controles em que os casos foram crianças hospitalizadas por ERA e os controles as crianças hospitalizadas por causas diferentes. Realizouse entrevista aos responsáveis das crianças com o fim de indagar o nível de

  13. Falla cardíaca aguda

    OpenAIRE

    Sénior Sánchez, Juan Manuel; Gándara Ricardo, Jairo Alfonso

    2015-01-01

    Se presenta el caso clínico de una mujer de 26 años de edad, que acudió al Hospital Universitario San Vicente Fundación (Medellín) con síntomas y signos de falla cardíaca aguda y diagnóstico previo de falla cardíaca crónica con fracción de expulsión disminuida, de origen no claro, tromboembolismo pulmonar y ataque cerebrovascular isquémico, sin modulación neurohormonal óptima. Ingresó a la institución con hallazgos clínicos de sobrecarga hídrica y baja perfusión tisular, con requerimiento de ...

  14. Coréia aguda na gravidez

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Walter C. Pereira

    1967-12-01

    Full Text Available São apresentados doze casos de coréia aguda observados entre 150.000 gestantes (1/12.500. A maioria dos surtos ocorreu no segundo trimestre da primeira gravidez. A duração média dos sintomas foi de três meses, não tendo sido registrado caso algum de óbito materno. Todos os partos foram espontâneos e normais. Houve apenas um óbito fetal conseqüente a choque hemorrágico. São tecidas considerações a propósito dos aspectos clínico, laboratorial e prognóstico da coréia gravídica, sendo focalizado mais pormenorizadamente o problema fisiopatogênico dessa afecção.

  15. Surto de toxoplasmose aguda transmitida através da ingestão de carne crua de gado ovino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bonametti Ana Maria

    1997-01-01

    Full Text Available Os autores apresentam 17 casos de toxoplasmose aguda sintomática adquirida pela ingestão de carne crua de carneiro, servida em uma festa à qual todos os pacientes compareceram. Em relação ao quadro clínico, o período de incubação da doença variou de 6 a 13 dias (10,9 ± 7,0 e 16 (94,5% pacientes apresentaram febre, cefaléia, mialgia, artralgia e adenomegalia (cervical ou cervical/axilar. Outros sinais clínicos encontrados foram: hepatomegalia em 6 pacientes, esplenomegalia em 4 e exantema em 2. Um paciente apresentou quadro clínico de corioretinite, confirmada através de exame oftalmológico. Todos os pacientes apresentavam títulos séricos de anticorpos específicos (IgG e IgM que evidenciavam fase aguda de toxoplasmose, pela Reação de Imunofluorescência Indireta. Todos os pacientes foram tratados especificamente e houve boa resposta clínica e laboratorial ao tratamento.

  16. Quantitation of HCV RNA in liver of patients with chronic hepatitis C Quantificação do RNA-HCV no fígado de pacientes com hepatite C crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana de Lôurdes Candolo MARTINELLI

    2000-10-01

    Full Text Available Background/Aims - Liver HCV RNA has been quantitated in few studies and the feasibility and the role of this parameter in the evaluation of patients with chronic HCV hepatitis still warrant study. Our aim was to determine the concentrations of HCV RNA in the liver of chronic HCV patients and to correlate the results with serum viral load. We also studied the relation of levels of HCV RNA in the liver with serum aminotransferases levels and with the presence of cirrhosis. Methods - Twenty patients (14 males, aged 28 to 61 years were studied. Twelve were infected by HCV type 1, six by type 3 and one by type 5. Percutaneous liver biopsy samples were obtained from 14 patients, and the remainder from liver explant in patients undergoing OLT. Twelve had chronic hepatitis and eight cirrhosis. HCV RNA levels were determined by bDNA. Results - HCV RNA levels below the detection limit were found in one liver and in five serum samples. HCV RNA (mean ± SD was 2.1 x 10(8 ± 2.2 x 10(8Eq/gm in the liver and 94 x 10(5 ± 93 x 10(5Eq/mL in serum, with a significant correlation between these values (r = 0.89; P Introdução/Objetivos - Poucos estudos avaliam a quantificação do RNA-HCV no fígado, portanto a praticabilidade e a aplicação desse parâmetro na avaliação de pacientes com hepatite C crônica ainda não estão definidas. O objetivo foi determinar as concentrações do RNA-HCV no fígado de pacientes com infecção crônica pelo vírus C da hepatite e correlacionar os resultados com a carga viral do soro. Foram também estudadas a relação dos níveis de RNA-HCV no fígado com os de aminotransferases no soro e com a presença de cirrose. Métodos - Foram estudados 20 pacientes (14 homens, 28 a 61 anos. A genotipagem do vírus da hepatite C revelou: tipo 1 (12 pacientes, tipo 3 (6 pacientes , tipo 5 (1 paciente. Amostras de fígado foram obtidas por via percutânea em 14 pacientes e de explantes de fígado de pacientes submetidos a transplante em

  17. Linfonodo pulmonar na paracoccidioidomicose aguda infantil (relato de um caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evanil Pires de Campos

    1992-09-01

    Full Text Available Observou-se a evolução de um linfonodo pulmonar na paracoccidioidomicose (PCM aguda infantil. Doente, masculino, 6 anos, branco, natural de Curitiba (PR, procedente de Guaratinguetá (SP, que há 3 meses desenvolveu quadro gripal, febre diária, bimodal, prolongada, precedida de calafrio, acompanhada de sudorese inodora, cefaléia frontal e anorexia. Diagnosticado e tratado como pneumonia por cinco dias, sem melhora do quadro. Há 2 meses, apresentou dor óssea nos braços e articulações do pé, com edema inflamatório e emagrecimento de 6 kg em 3 meses. Exame físico revelou: peso 20 kg; estatura 120 cm; P. A. 90/60 mmHg; facies atípica, hipoativo, palidez cutâneo-mucosa (+ +, hipotrofia muscular, adenopatiageneralizada, sopro sistólico suave em foco aórtico acessório e hepatesplenomegalia. Imunodifusão com exoantígeno glicoprotéico 43 kdpositiva (1/32. A biópsia de gânglio revelou Paracoccidioides brasiliensis. A radiologia demonstrou na primeira consulta, discreto infiltrado intersticial bilateral com linfoadenomegaliapara-hilar que desaparecu em 30 dias. Observou- se, ainda, massa tumoral mediastínica superior, hiperplasia do sistema fagocítico mononuclear e lesões osteolíticas nos 60 dias iniciais da evolução.The primary complex like Ghon was observed in a child's clinical roentgenographic study. C.S., white, male, 6 years old, was born in Curitiba (PR, Brazil and living in Guaratingueta (SP, Brazil, developed "common cold", bimodal diary fever, chills, shake and sweats. Dyspnea, cough with general fymphadenopathy. Foot and right shoulder artralgies. Six months ago visited a cave, equitation practice, dog and cat contacts and notransfusion, frontal sweats, fever (38.4°C. T.A. was 8/6, tachicardia in generalizated fymphadenopathy. Cardiopulmonary system was normal, mesogastric tumoral mass, hepatesplenomegaly and no ascitis. Bone marrow with eosinophilia; nodule demonstred presence of P. brasiliensis; hypoalbuminemia

  18. Nutritional status of patients with biliary atresia and autoimmune hepatitis related to serum levels of vitamins A, D and E Estado nutricional de pacientes com atresia biliar e hepatite autoimune e relação com os níveis séricos de vitaminas A, D e E

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margareth L. G. Saron

    2009-03-01

    Full Text Available CONTEXT: Chronic liver disease may induce to malabsorption of lipids and fat-soluble vitamins, leading to injury of nutritional status. OBJECTIVES: To evaluate the nutritional status of pediatric-age patients with autoimmune hepatitis and biliary atresia related to serum levels of vitamins A, D and E and the disease severity. METHODS: This controlled transverse study, evaluated the patients with autoimmune hepatitis and biliary atresia and a reference group paired by sex and age. The patients underwent anthropometric evaluation, alimentary inquiry and determination of serum levels of vitamins A, D and E by high performance liquid chromatography. The Mann-Whitney test, Spearman correlation coefficients and variance analysis (ANOVA were utilized for data treatment, regarding significant difference if PCONTEXTO: As doenças hepáticas crônicas podem induzir à má absorção de lipídios e vitaminas lipossolúveis e levar ao comprometimento do estado nutricional. OBJETIVOS: Avaliar o estado nutricional e relacionar com os níveis séricos de vitaminas (A, D e E e a gravidade da doença em pacientes com atresia biliar e hepatite autoimune na faixa etária pediátrica. MÉTODOS: O estudo foi transversal controlado e foram avaliados os pacientes com hepatite autoimune e atresia biliar e um grupo controle pareado por sexo e idade. Foi realizada avaliação antropométrica, aplicação do inquérito alimentar e determinação dos níveis séricos das vitaminas A, D e E pela técnica de cromatografia líquida de alta eficiência. Foram empregados os testes de Mann-Whitney, o coeficiente de correlação de Spearman e análise de variância (ANOVA, sendo considerada diferença significativa se P<0,05. RESULTADOS: O déficit nutricional mais grave foi observado nos pacientes com atresia biliar, principalmente com colestase. Em relação às vitaminas, no grupo controle, constatou-se que os níveis séricos das vitaminas A e E variaram com a idade. Os n

  19. Circunferência abdominal como preditor de evolução em 30 dias na síndrome coronariana aguda Circunferencia abdominal como predictor de evolución en 30 días en el Síndrome Coronario Agudo Abdominal circumference as a predictor of 30-day outcome in acute coronary syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscilla Azambuja Lopes de Souza

    2011-05-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A circunferência abdominal (CA é a medida que mais se correlaciona com os fatores de risco e morte por doença cardiovascular. Entretanto, o impacto da obesidade no prognóstico de pacientes com doenças cardiovasculares permanece controverso e requer maiores esclarecimentos. OBJETIVO: Avaliar a CA como preditor de evolução em 30 dias em pacientes que internaram com síndrome coronariana aguda (SCA, em hospital de referência no tratamento de doenças cardiovasculares. MÉTODOS: Coorte contemporânea com 267 pacientes que internaram por SCA e que foram seguidos por 30 dias após a alta levando em consideração os eventos cardiovasculares maiores - MACE - (óbito, reinfarto, reinternação para procedimentos de revascularização. Nas primeiras 24 horas da admissão, os pacientes responderam a um questionário e posteriormente tiveram a CA mensurada. A análise estatística foi realizada com SPSS 17.0, utilizando o teste do Qui-quadrado para variáveis categóricas e o teste t de Student para as variáveis numéricas, com o nível de significância de p FUNDAMENTO: La circunferencia abdominal (CA es la medición que se correlaciona con los factores de riesgo y la muerte por enfermedad cardiovascular. Sin embargo, el impacto de la obesidad en el pronóstico de los pacientes con enfermedades cardiovasculares sigue siendo controvertido y requiere una mayor clarificación. OBJETIVO: Evaluar la CA como un predictor de evolución en 30 días en pacientes que fueron hospitalizados con síndrome coronario agudo (SCA, en un hospital de referencia para el tratamiento de las enfermedades cardiovasculares. MÉTODOS: Cohorte contemporánea con 267 pacientes que fueron hospitalizados por SCA y que fueron seguidos durante 30 días después del alta, teniendo en cuenta los eventos cardiovasculares mayores - MACE - (muerte, reinfarto, rehospitalización por procedimientos de revascularización. En las primeras 24 horas del ingreso, los pacientes

  20. Occurrence of gastrointestinal parasites in dogs (Canis familiaris with acute diarrhea from metropolitan region of Londrina, Parana State, Brazil/ Ocorrência de parasitos gastrintestinais em cães (Canis familiaris com diarréia aguda oriundos da região metropolitana de Londrina, Estado do Paraná, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Luiz de Camargo

    2007-10-01

    Full Text Available One hundred and fifty fecal samples from dogs with acute diarrhea (Group 1 and from 50 dogs without diarrhea (Group 2 were collected and analyzed at the Veterinary Teaching Hospital of the State University of Londrina, between October, 2004 and October 2005. From the positive samples (29.3% of Group 1, 72.7% were infected by only one agent, while 27.3% had mixed infection. The following genera wereobserved by coproparasitologic evaluation: Giardia sp. (9.3%, Ancylostoma sp. (7.3%, Cystoisospora (7.3%, Entamoeba sp. (6.7%, Toxocara sp.(4%, Pentatrichomanas hominis (3.3%, and Trichurisvulpis (1.3%. From the 50 animals without diarrhea, six (12% were positive by coproparasitologic evaluation: two (4% for Ancylostoma sp., three (6% with Giardia sp., and one (2% for both Ancylostoma sp. and Cystoisospora sp. There was a significant relationship between infection and diarrhea (P=0,005, age and infection (PForam examinadas 150 amostras de fezes colhidas de cães com diarréia aguda (Grupo 1, e outras 50 de animais sem diarréia (Grupo 2, atendidos entre outubro de 2004 e outubro 2005, no Hospital Veterinário Escola da Universidade Estadual de Londrina. Dos 150 animais do G1, 44 (29,3% estavam infectados por helmintos e/ou protozoários, sendo que destes, 32 (72,7% apresentavam infecção simples e 12 (27,3% infecções múltiplas. Os gêneros identificados nestes animais foram: Giardia sp. (9,3%, Cystoisospora sp. (7,3%, Ancylostoma sp. (7,3%, Entamoeba sp. (6,7%, Toxocara sp. (4%, Pentatrichomonas hominis (3,3% e Trichuris vulpis (1,3%. Dos 50 animais sem diarréia, seis (12% eram positivos, dois (4% para Ancylostoma sp., três (6% para Giardia sp. e um (2% para Ancylostoma sp. e Cystoisospora simultaneamente. Houve relação estatisticamente significativa (P=0,005 entre o parasitismo e a ocorrência de diarréia, assim como entre a faixa etária e a proporção de infecções (P<0,001, porém, machos e fêmeas foram igualmente acometidos (P=0,08. O

  1. A perspectiva dos pais sobre a obtenção do diagnóstico de leucemia linfóide aguda em crianças e adolescentes: uma experiência no Brasil The parents' perspective on receiving a diagnosis of acute lymphoid leukemia in children and adolescents: a Brazilian experiment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Maria Quadros Nehmy

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: conhecer a percepção dos pais para o diagnóstico de leucemia em seus filhos. MÉTODOS: pesquisa qualitativa tendo como referencial a teoria das representações sociais ancorada na tradição da sociologia compreensiva. Utilizou-se entrevista semi estruturada para a coleta de dados. Foram entrevistados 20 pais de crianças e adolescentes com diagnóstico de leucemia linfóide aguda (LLA. Para análise dos dados empregou-se a técnica de "análise do conteúdo". As diretrizes de humanização da assistência e princípios bioéticos foram os eixos norteadores da análise dos dados. RESULTADOS: os pais recordaram-se claramente da progressão dos sintomas da doença até o diagnóstico. A palavra leucemia foi associada ao câncer e à morte. Dificuldades relacionadas à escuta dos sintomas, a particularidades clínicas da leucemia e ao encaminhamento no sistema de saúde foram os principais motivos para a demora do diagnóstico definitivo. Destacam-se as peregrinações por diferentes locais, perda da resolubilidade, gastos desnecessários, desgaste emocional e atraso nas ações de saúde. CONCLUSÕES: o câncer envolve valores culturais sobre a morte, cuja carga simbólica é maior no caso da criança. A busca do diagnóstico da leucemia pelos pais é exemplo emblemático do tortuoso caminho percorrido quando o mal que acomete a criança não se enquadra no rótulo das doenças "comuns".OBJECTIVES: to investigate how parents perceive a diagnosis of lymphoid leukemia in their children. METHODS: qualitative research based on the sociological theory of social representations was used. Data was gathered by way of semi-structured interviews. Twenty parents of children diagnosed as having acute lymphoid leukemia (ALL. The content analysis technique was used to analyze data. Data analysis was guided by the principles of bioethics and humane care. RESULTS: the parents clearly recalled the progression of symptoms up to diagnosis. The word

  2. Doença aguda das vias aéreas inferiores em menores de cinco anos: influência do ambiente doméstico e do tabagismo materno Acute disease of the lower airways in children under five years of age: role of domestic environment and maternal cigarette smoking

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio O.M. Prietsch

    2002-09-01

    Full Text Available Objetivos: estudar a prevalência de doença aguda das vias aéreas inferiores e a influência dos fatores relacionados às condições de moradia e do tabagismo materno. Dentre os fatores de risco reconhecidos, tabagismo, aglomeração e condições de moradia desfavoráveis têm papel fundamental na cadeia causal dessas doenças. Métodos: foi obtida uma amostra de 775 crianças de zero a 59 meses, da cidade do Rio Grande, RS, Brasil, através de estudo transversal, de base populacional. Entrevistadores treinados aplicaram questionário padronizado às mães ou responsáveis pelas crianças em seus domicílios, e coletaram informações sobre características maternas, condições de habitação, nível socioeconômico da família e tabagismo. Os fatores ambientais foram estudados individualmente, e através de um escore capaz de avaliar a intensidade das associações com doença respiratória. Foram realizadas análises bivariada, com o cálculo das razões de prevalência de cada um dos fatores de risco, e multivariada, através de regressão logística não condicional. Resultados: estiveram diretamente associados com doença respiratória: ambiente desfavorável (pObjective: to study the prevalence of acute disease of the lower airways and the role of the domestic environment and maternal smoking. Among the recognized risk factors, passive smoking, living in crowded environments and poor housing conditions play a fundamental role in the causal chain of these diseases. Methods: a cross-sectional study was carried out in a sample of 775 children aged between 0 and 59 months living in Rio Grande, southern Brazil. Trained interviewers applied a standardized questionnaire to the mothers or guardians of these children in their homes and gathered information about maternal characteristics, housing conditions, socio-economic status of the family and smoking habits. Environmental factors were individually studied, and classified according to a

  3. Injúria renal aguda: um alerta global Acute kidney injury: a global alert

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Philip Kam Tao Li

    2013-03-01

    Full Text Available A Injúria Renal Aguda (IRA é cada vez mais prevalente nos países desenvolvidos e nos em desenvolvimento, e está associada com morbidade e mortalidade severas. A maioria das causas da IRA pode ser evitada por meio de intervenções em nível individual, comunitário, regional e intra-hospitalar. Medidas efetivas devem incluir, em toda a comunidade, os esforços para aumentar a consciência dos efeitos devastadores do IRA e fornecer orientações sobre as estratégias de prevenção, bem como o reconhecimento e tratamento precoces. Os esforços devem ser focados em minimizar as causas de IRA, aumentando a consciência da importância de medidas seriadas de creatinina sérica em pacientes de alto risco para IRA, e documentar o volume de urina em pessoas gravemente doentes para obtenção de diagnóstico precoce; até o momento, não há ainda um papel definitivo para outros biomarcadores. Há a necessidade de protocolos para sistematizar a conduta em condições de IRA pré-renal e em infecções específicas. Dados mais precisos sobre a verdadeira incidência e o impacto clínico da IRA ajudarão a melhor conhecer a importância desta doença, a aumentar o conhecimento de IRA por parte dos governantes, dos médicos em geral e de outros profissionais de saúde para ajudar na prevenção da doença. A prevenção é a chave para evitar a pesado ônus de mortalidade e morbidade associada com IRA.

  4. Aplicação da ventilação não-invasiva em insuficiência respiratória aguda após cirurgia cardiovascular Application of noninvasive ventilation in acute respiratory failure after cardiovascular surgery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Regina de Morais Coimbra

    2007-11-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Verificar as respostas ventilatória, de oxigenação e hemodinâmica de pacientes com insuficiência respiratória aguda (IResp hipoxêmica submetidos a aplicação de ventilação mecânica não-invasiva (VMNI no pós-operatório de cirurgia cardiovascular, buscando variáveis preditoras de sucesso, e comparar as diferentes modalidades de VMNI. MÉTODOS: No total, 70 pacientes com IResp hipoxêmica foram randomizados em uma das três modalidades de VMNI: pressão positiva contínua em vias aéreas (CPAP e ventilação com dois níveis pressóricos (PEEP + PS e BiPAP®. Foram analisadas variáveis ventilatórias, de oxigenação e hemodinâmicas nos períodos pré-aplicação, 3, 6 e 12 horas após iniciado o protocolo. RESULTADOS: Foram excluídos 13 pacientes. Dos pacientes restantes, 31 evoluíram para independência do suporte ventilatório, constituindo o grupo sucesso, e 26 necessitaram de intubação orotraqueal, sendo considerados insucesso. Idade e níveis iniciais de freqüência cardíaca (FC e de freqüência respiratória (FR apresentaram valores elevados no grupo insucesso (p = 0,042, 0,029 e 0,002, respectivamente. O grupo insucesso apresentou maior número de intercorrências intra-operatórias (p = 0,025. As variáveis de oxigenação elevaram-se somente no grupo sucesso. Dentre as modalidades de VMNI, evoluíram como sucesso 57,9% dos pacientes no grupo ventilador, 57,9% no bi-nível e 47,3% no CPAP. Variáveis de oxigenação e FR apresentaram melhora somente nos grupos com dois níveis pressóricos. CONCLUSÃO: Pacientes com IResp hipoxêmica no pós-operatório de cirurgia cardiovascular apresentaram melhora da oxigenação, da FR e da FC durante a aplicação de VMNI. Em pacientes mais idosos e com valores iniciais de FR e de FC mais elevados, a VMNI não foi suficiente para reverter o quadro de IResp. Modalidades com dois níveis pressóricos apresentaram resultados superiores.OBJECTIVE: To examine ventilatory

  5. Retinopatia de Purtscher-like e pancreatite aguda Purtscher-like retinopathy and acute pancreatitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Fernandes de Paula Rodrigues

    2008-04-01

    Full Text Available Retinopatia de Purtscher-like é uma baixa súbita da visão associada à imagem de múltiplas áreas branco-amareladas (manchas algodonosas e hemorragias no pólo posterior de ambos os olhos. O exato mecanismo da injúria ainda não é claro, mas provavelmente seria de natureza embólica.Tem sido descrita em uma variedade de condições, incluindo pancreatite aguda, síndrome de embolia gordurosa, insuficiência renal, nascimento (parto e pós-parto, desordens do tecido conectivo, entre outras. Serão relatados três casos de pancreatite aguda confirmada pelos exames laboratoriais e história clínica, associadas a alterações no exame do fundo de olho, compatíveis com esta retinopatia.Purtscher-like retinopathy is acute loss of vision associated image of the multiple areas of retinal whitening and hemorrhage in the posterior pole of both eyes. The exact mechanism of injury remains unclear, current evidence suggests that it is embolic in nature. In a variety of conditions are been described including acute pancreatitis, fat embolism syndrome, renal failure, childbirth, and connective tissue disorders. Will are related three cases of the acute pancreatitis which was confirmed by complementary laboratory studies and clinical history, associated from exam of the fundus of the eye, similar is this retinopathy.

  6. Esofagitis necrotizante aguda: Una entidad inusual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana E. Pramparo

    2010-12-01

    Full Text Available La esofagitis necrotizante aguda (ENA, también denominada esófago negro, es una rara enfermedad poco descripta en la literatura médica. Describimos el caso de un hombre de 80 años, con hemorragia digestiva alta quien desarrolló un esófago negro luego de un episodio de hipotensión. La necrosis fue confirmada histológicamente. Los pacientes se presentan con hematemesis y melena en más del 70% de los casos. Los hallazgos endoscópicos muestran una coloración negruzca de la mucosa esofágica. El diagnóstico se realiza con endoscopia y confirmación histológica. La mortalidad es alta (más del 50% aunque relacionada a las enfermedades de base del paciente. Por último, podemos decir que la sospecha es muy importante en el diagnóstico de ENA, particularmente en pacientes ancianos con enfermedades asociadas y evidencia de hemorragia digestiva alta. En este trabajo describimos las características clínicas, endoscópicas e histopatológicas de un paciente con ENA.

  7. Efeito da suplementação aguda de glutamina peptídeo e carboidrato em jogadores de futebol juniores: análise de parâmetros nutricionais, desempenho físico e bioquímicos

    OpenAIRE

    Lisia de Melo Pires Kiehl

    2007-01-01

    Futebol é um esporte de natureza intermitente, consistindo de séries repetidas (6-segundos) de trabalho rápido de alta intensidade e curta duração e de períodos de recuperação de intensidade baixa a moderada (60-segundos). O objetivo deste estudo foi caracterizar a antropometria, o consumo alimentar, o desempenho e as respostas bioquímicas, moleculares e celulares de jogadores de futebol no teste de esforço máximo e determinar se a reposição aguda de glutamina altera essas variáveis. Quatorze...

  8. Aspectos anatomopatológicos da leptospirose em cães: 53 casos (1965-2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Tochetto

    2012-05-01

    -se semelhante àquela descrita internacionalmente até a década de 1980, mas muito diferente do que é atualmente reconhecido para os Estados Unidos, o Canadá e parte da Europa Ocidental. Recomendamos que os critérios histopatológicos para o diagnóstico da leptospirose canina devem incluir a presença concomitante de nefrite tubulointersticial aguda ou subaguda, hepatite reativa não específica e lesão alveolar difusa, incluindo hemorragia alveolar difusa com capilarite, em um cão que durante a necropsia demonstre icterícia, hemorragias e lesões extrarrenais de uremia na ausência de esplenomegalia.

  9. Lesiones periapicales agudas en pacientes adultos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Elena Fernández Collazo

    2012-06-01

    Full Text Available Se realizó un estudio analítico de corte transversal en el área de salud del Policlínico "27 de Noviembre" del municipio Marianao, La Habana, en el periodo correspondiente de enero a diciembre de 2009. Se incluyeron todos los pacientes que acudieron al servicio de urgencia y que presentaron lesiones periapicales agudas. Se recogió información de las variables edad, sexo, grupo dentario, causa de la enfermedad, características clínicas e higiene bucal. Esta última se clasificó en las categorías eficiente y deficiente según el índice simplificado de higiene bucal. Se utilizó el X² para estimar la relación entre las variables, y la comparación de proporciones para contrastar la hipótesis de que existieran diferencias entre las lesiones periapicales para las categorías de las variables grupo dentario, causa de la enfermedad y características clínicas. Se encontró un predominio del absceso periapical agudo en un 84,7 % del grupo de edad de 35 a 59 años y del sexo masculino, aunque no se encontraron diferencias significativas para estas variables, ni en los grupos dentarios con respecto a la enfermedad. La higiene bucal resultó estar relacionada con las lesiones periapicales. Se encontraron diferencias significativas en las lesiones periapicales respecto a todas las causas estudiadas, con excepción de las enfermedades periodontales. Respecto a las características clínicas hubo significación en cuanto al aumento de volumen del fondo del surco vestibular y la movilidad dentaria.

  10. Ataxia cerebelar aguda na criança Acute cerebellar ataxia in children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valeriana Moura Ribeiro

    1968-03-01

    Full Text Available São relatados os casos de 6 crianças com ataxia cerebelar aguda. Admitem os autores a presença de um fator etiológico de caráter viral comum a todos êles, discutindo os mecanismos patogênicos com base nos casos da literatura. A evolução foi favorável em todos os pacientes, com regressão completa da sintomatologia, dentro do período de 6 a 60 dias.Clinical observations of 6 children with acute cerebellar ataxia and respective laboratorial data are reported. Considerations are made in order to support the hypothesis of involving virus. The evolution of the disorder was a nonfatal one and the patients regained normal cerebellar function within a period of 6 to 60 days.

  11. Celiac disease onset after pegylated interferon and ribavirin treatment of chronic hepatitis C Doença celíaca após tratamento de hepatite C crônica com interferon peguilado e ribavirina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elson V. Martins Jr.

    2004-06-01

    Full Text Available AIM: Report of a case of a woman patient who developed celiac disease after pegylated interferon alpha-2a and ribavirin use for chronic hepatitis C. PATIENT AND METHOD: A 34-year-old woman with chronic hepatitis C, genotype 3, receiving pegylated interferon alpha-2a and ribavirin for 6 months, developed progressive malaise and anemia 6 months after the end of treatment. RESULT: Additional investigation revealed duodenal villous atrophy and positivity for anti-endomysium and anti-gliadin antibodies. Celiac disease diagnosis was performed and symptoms and laboratory abnormalities improved after gluten-free diet. CONCLUSION: Celiac disease must be ruled out in patients with malabsorption complaints in or after interferon (or pegylated interferon therapy. Screening for celiac disease with detection of anti-endomysium antibodies would be done in susceptible patients.OBJETIVO: Relatar caso de doença celíaca ocorrendo após uso de interferon peguilado e ribavirina em paciente com hepatite C crônica. PACIENTE E MÉTODO: Mulher de 34 anos com hepatite C crônica, genótipo 3, tratada com interferon peguilado alfa-2a e ribavirina durante 6 meses, desenvolveu quadro de astenia e anemia após 6 meses do término do tratamento. RESULTADO: Investigação complementar revelou atrofia vilositária à biopsia duodenal e detecção de anticorpos anti-endomísio e anti-gliadina, realizando-se diagnóstico de doença celíaca. Dieta isenta de glúten foi instituída, observando-se boa resposta clínica e laboratorial. CONCLUSÃO: Doença celíaca deve ser afastada em pacientes com quadro de má absorção durante ou após uso de interferon (ou interferon peguilado. Rastreamento de doença celíaca através da realização de anticorpo anti-endomísio pode ser considerado em populações susceptíveis.

  12. Ventilação mecânica volume-controlada versus pressão controlada em modelo canino de lesão pulmonar aguda: efeitos cardiorrespiratórios e sobre o custo de oxigênio da respiração Volume controlled ventilation versus pressure controlled ventilation in a canine acute lung injury model: effects on cardiorespiratory parameters and oxygen cost of breathing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BRUNO DO VALLE PINHEIRO

    2002-01-01

    Full Text Available Introdução: Persiste a questão sobre se há vantagens mecânicas ou de trocas gasosas no uso da ventilação pressão-controlada (VPC sobre a ciclada a volume (VCV. Objetivos: Comparar, de forma randômica, a VPC com a VCV com fluxo desacelerado nos modos assistido e controlado em modelo experimental de lesão pulmonar aguda. Métodos: Sete cães com lesão pulmonar aguda grave (PaO2/FIO2 Background: It is questionable whether pressure-controlled ventilation (PCV has advantages over volume-cycled ventilation (VCV. Objectives: To compare PCV to VCV with decelerating flow profile during assisted and controlled modes in an acute lung injury experimental model. Methods: Severe acute lung injury (PaO2/FIO2 < 100 mmHg was induced by oleic acid IV infusion (0.05 mg/kg in seven dogs. The animals were submitted to PCV and VCV in a randomized sequence. After 40 minutes in the assisted mode, ventilation was changed to the controlled mode after neuromuscular blockade. The tidal volume and the inspiratory time were kept constant throughout the experiment. Results: There were no differences in gas exchange (PaO2 and PaCO2, cardiac output or oxygen delivery (DO2 between VCV and PCV. The same was observed regarding maximum airway and plateau pressures, and also to the static compliance. Oxygen consumption (VO2 after neuromuscular blockade was 124 ± 48 in VCV versus 143 ± 50 ml/min in PCV, p = 0.42. In the assisted mode, there was a statistical trend of a higher VO2 in PCV (219 ± 72 versus 154 ± 67 ml/min in VCV, p = 0.06, that was associated with a statistical trend of a higher oxygen cost of breathing (OCB during assisted PCV, although without statistical significance (31 ± 77 in VCV versus 75 ± 96 ml/min in PCV, p = 0.23, and also in a lower PvO2 (34 ± 7 in PCV versus 42 ± 6 ml/min in VCV, p = 0.02. These occurred despite a higher maximum inspiratory flow in the assisted mode in PCV (58 ± 9 versus 48 ± 4 L/min in VCV, p = 0.01. In both VCV and

  13. Níveis de PCR são maiores em pacientes com síndrome coronariana aguda e supradesnivelamento do segmento ST do que em pacientes sem supradesnivelamento do segmento ST Niveles de PCR son mayores en pacientes con síndrome coronario agudo y supradesnivel del segmento ST que en pacientes sin supradesnivel del segmento ST CRP levels are higher in patients with ST elevation than non-ST elevation acute coronary syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Syed Shahid Habib

    2011-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há grande interesse no uso de proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR-as para avaliação de risco. Altos níveis de PCR-as no início da síndrome coronária aguda (SCA, antes da necrose tecidual, pode ser um marcador substituto para comorbidades cardiovasculares. OBJETIVO: Dessa forma, nosso objetivo foi estudar diferentes medidas de seguimento de níveis de PCR-as em pacientes com SCA e comparar as diferenças entre infarto do miocárdio sem elevação do segmento ST (NSTEMI com pacientes apresentando elevação do segmento ST (STEMI. MÉTODOS: Este é um estudo observacional. Dos 89 pacientes recrutados, 60 apresentavam infarto agudo do miocárdio (IAM. Três níveis seriados de PCR-us, a nível basal na hospitalização antes de 12 horas após inicio dos sintomas, níveis de pico 36-48 horas após hospitalização e níveis de acompanhamento após 4 a 6 semanas foram analisados e comparados entre pacientes com (IAMCSST e sem supradesnivelamento do segmento ST (IAMSSST. RESULTADOS: Pacientes com IAMCSST tinham IMC significantemente mais alta quando comparados com pacientes IAMSSST. Os níveis de creatino quinase fração MB (CK-MB e aspartato aminotransferase (AST eram significantemente mais altos em pacientes com IAMCSST quando comparados com pacientes com IAMSSST (pFUNDAMENTO: Hay gran interés en el uso de proteína C-reactiva de alta sensibilidad (PCR-as para evaluación de riesgo. Altos niveles de PCR-as en el comienzo del síndrome coronario agudo (SCA, antes de la necrosis tisular, puede ser un marcador sustituto para comorbilidades cardiovasculares. OBJETIVO: De esa forma, nuestro objetivo fue estudiar diferentes medidas de seguimiento de niveles de PCR-as en pacientes con SCA y comparar las diferencias entre infarto de miocardio sin elevación del segmento ST (NSTEMI con pacientes presentando elevación del segmento ST (STEMI. MÉTODOS: Este es un estudio observacional. De los 89 pacientes reclutados, 60

  14. Uso do sulfato de magnésio venoso para tratamento da asma aguda grave da criança no pronto-socorro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Mara Baraky Bittar

    2012-03-01

    Full Text Available A asma aguda grave é uma emergência médica que deve ser diagnosticada e tratada rapidamente. O tratamento inicial inclui broncodilatadores e corticosteróides sistêmicos. Em casos graves, com fraca resposta ao tratamento padrão, o sulfato de magnésio venoso surge como opção terapêutica. O objetivo deste artigo foi revisar a literatura sobre o uso do sulfato de magnésio venoso na asma aguda em crianças no pronto-socorro no que se refere a eficácia, indicação, dosagem, efeitos adversos e contraindicações. Realizada revisão narrativa por meio das Bases de dados Medline, Lilacs e Cochrane Database of Systmatic Reviews, entre 2000 e 2010. Utilizados os descritores: asthma, children, emergency, magnesium sulfate. Incluídos oito ensaios clínicos controlados, três meta-análises, um estudo retrospectivo, oito artigos de revisão e um estudo transversal. A eficácia do magnésio venoso em crianças foi observada por vários autores, com raros efeitos adversos. Seu uso foi indicado para os pacientes com asma aguda moderada e grave que não responderam ao tratamento inicial com broncodilatador e corticosteróide. As contraindicações em pediatria são poucas. Entre elas estão insuficiência renal e bloqueio atrioventricular. Existem poucos relatos da interação do magnésio com drogas de uso pediátrico. Apesar da segurança, na prática, o magnésio venoso é pouco usado na asma aguda em pediatria. Na maioria das vezes, é indicado tardiamente para impedir falência respiratória e internação na unidade de cuidados intensivos. Os estudos demonstram que o magnésio venoso é uma droga eficaz e segura na criança com asma aguda grave, porém o seu uso no pronto-socorro ainda é limitado.

  15. Transmissão da doença de Chagas por transplante renal: ocorrência da forma aguda da doença em dois receptores de um mesmo doador Transmission of Chagas' disease through transplantede kidney: occurrence of the acute form of the disease in two recipients from the same donor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.S. Ferraz

    1993-10-01

    Full Text Available São apresentados dois casos de doença de Chagas aguda, adquiridos através de transplante de rins originários de um mesmo doador. O presente relato confirma a transmissão da doença de Chagas a partir do transplante renal e reforça a necessidade de exclusão de doadores renais infectados pelo Trypanosoma cruzi.Two cases of acute Chagas' disease acquired after renal transplantation are reported. The two patients received the kidney from the same donor. The present paper confirms this form of transmission of Chagas' disease and reinforces the need to exclude kidney donors with Trypanosoma cruzi infection.

  16. Liver transplantation for acute liver failure: a 5 years experience Transplante hepático na hepatite fulminante: uma experiência de 5 anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cyntia Ferreira Gomes Viana

    2008-09-01

    transplante hepático. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo de 20 pacientes com insuficiência hepática aguda e indicação de transplante hepático. Os pacientes foram divididos em dois grupos: grupo A com 12 pacientes que foram submetidos a transplante hepático e grupo B com oito pacientes não submetidos a transplante hepático. Ambos os grupos foram analisados de acordo com idade, sexo, tipagem sangüínea, etiologia da insuficiência hepática aguda, tempo em lista até o transplante ou até o óbito e sobrevida. Os pacientes do grupo A foram ainda analisados de acordo com o escore MELD (Model for End-stage Liver Disease, valores de pico pré-operatório de INR, AST e ALT, necessidade de transfusão de concentrado de hemácias e plasma fresco congelado durante o transplante, tempo de isquemia fria, tempo de permanência hospitalar e em unidade de terapia intensiva e necessidade de diálise no pós-transplante imediato. RESULTADOS: Grupo A: o tempo médio de espera em lista até o transplante foi de 3,4 dias e o MELD médio, de 36. Sete pacientes continuam vivos com boa função hepática em um tempo médio de seguimento de 26,2 meses. A sobrevida atuarial em 1 ano foi de 65,2%. Grupo B: foram estudados dois homens e seis mulheres com média de idade de 30,9 anos. O tempo médio de espera em lista até o óbito foi de 7,4 dias. Todos os pacientes foram a óbito esperando por um doador. CONCLUSÃO: Mesmo com todos os avanços nos cuidados de terapia intensiva, a maioria dos pacientes com insuficiência hepática aguda e indicação de transplante hepático não sobrevivem por muito tempo sem o transplante. O transplante hepático é potencialmente a única terapêutica curativa atualmente disponível e melhorou consideravelmente o prognóstico desses pacientes.

  17. Informação de profissionais de saúde sobre transmissão transfusional de hepatites virais Health providers' knowledge on transfusion-transmitted viral hepatitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosangela Gaze

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: O treinamento de profissionais de saúde é uma estratégia para garantir a qualidade da atenção à saúde que deve respeitar a adequação técnica dos conteúdos e o universo conceitual dos treinandos. Efetuou-se estudo piloto para explorar a consistência da informação dos profissionais da atenção básica acerca da transmissão transfusional das hepatites virais. MÉTODOS: Aplicou-se questionário anônimo e voluntário a 190 profissionais de curso de especialização em saúde pública, entre 2003 e 2004. Os dados foram analisados segundo dois grupos ocupacionais: médicos, enfermeiros e dentistas (com 115 sujeitos; e outros profissionais da saúde (com 66 indivíduos, comparando-se as freqüências das respostas certas e erradas de cada subgrupo pelo chi2. Nove sujeitos não informaram a ocupação. RESULTADOS: Dos profissionais avaliados, 80% eram mulheres, de 22 a 60 anos, procedentes das regiões: Nordeste (27,4%, Sudeste (35,3% e Centro-Oeste (37,3%. A hemotransfusão foi associada às hepatites B e C por 57,5% dos respondentes; hemofilia foi associada às hepatites B e C por 55,7% dos respondentes. Dos respondentes, 74% discordaram da proposição de que as "hepatites virais não se transmitem, atualmente, por transfusão de sangue" e 16,4% concordaram. O número de respostas corretas em relação à hemotransfusão foi maior entre médicos, enfermeiros e dentistas do que entre os demais profissionais (chi2=1,2; p=0,2741. CONCLUSÕES: Os resultados foram comparados com os dados atuais sobre a transmissão das hepatites virais e a consistência das respostas acerca dos diferentes fatores de risco. A apropriação de conhecimentos sobre a transmissão transfusional desses agravos foi pouco consistente para garantir a efetivação de programas de prevenção e controle.OBJECTIVE: Training health providers is a strategy for improving health care quality that need to be technically correct and comply with the conceptual

  18. Progressão de policitemia Vera para leucemia mieloide aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Gil Cliquet

    2016-10-01

    Full Text Available Introdução: A Policitemia Vera (PV é um distúrbio clonal caracterizado pela hiperplasia de células hematopoiéticas, com acúmulo de eritrócitos, leucócitos e plaquetas. A mutação pontual JAK2 V617F parece ser o evento inicial da doença, presente em mais de 95% dos pacientes. Com a evolução da doença, há risco de progressão para leucemia mieloide aguda/ síndrome mielodisplásica (LMA/SMD. A transformação leucêmica pode ser espontânea em razão da idade, estágio da doença, estado imunológico ou associada com a terapia citoredutora, principalmente quando se usa alquilantes. Objetivo: Relatar o caso e um paciente com diagnóstico de PV há 19 anos com evolução para LMA há 8 meses. Métodos: As informações foram obtidas por meio de revisão do prontuário, entrevista com o paciente, registro fotográfico de exames e revisão da literatura. Relato: Paciente masculino, 81 anos, hipertenso, teve diagnóstico de PV em 1997, segundo critérios da OMS. No hemograma, concentração de hemograma(Hb de 18,2 g/dl, Heritrócito de 58,5%, leucócitos(leuc = 18.100/mm3 e plaquetas(plt = 64.800/mm3. Apresentava esplenomegalia a 4cm do rebordo costal esquerdo, fraqueza, cansaço e edema em membros inferiores. Paciente foi tratado com Hydroxiureia. O exame molecular de sangue periférico, em 2013, constatou a presença de mutação JAK2 (Val617Phe. Em Março de 2016, apresentou leuc de 86.400/mm3, plt de 152.000, Hb de 10,4g/dl. A imunofe- notipagem confirmou diagnóstico de LMA e o tratamento com Aracytin 20mg SC por sete dias foi iniciado. O paciente evoluiu com piora do estado geral, fraqueza, e infecção em membro inferior, vindo a falecer. Conclusão: Deve- se lembrar sobre a possibilidade da evolução da PV para LMA, mesmo em pacientes em tratamento por longos períodos em uso de hidroxiureia.

  19. RTOG criteria to evaluate acute skin reaction and its risk factors in patients with breast cancer submitted to radiotherapy Evaluación de las reacciones agudas de la piel y sus factores de riesgo en pacientes con cáncer de mama sometidos a radioterapia Avaliação das reações agudas da pele e seus fatores de risco em pacientes com câncer de mama submetidas à radioterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Teixeira Pires

    2008-10-01

    al enfermero planificar conductas más adecuadas e individualizadas para cada paciente y contribuir para optimizar el tratamiento.O objetivo deste estudo foi avaliar e classificar as reações de pele, segundo os critérios do Radiation Therapy Oncology Group (RTOG e caracterizar fatores que possam interferir nessas reações. A metodologia usada foi o estudo prospectivo, com 86 mulheres submetidas à radioterapia na mama, dose total de 5040cGy, com Acelerador Linear de 6 MeV. Coletou-se dados pessoais e foi medido o tamanho da mama (distância entre a separação dos campos e altura da mama. A avaliação da pele na área de tratamento foi realizada semanalmente. Concluiu-se que a altura da mama e a técnica de tratamento foram significantes na análise univariada, para incidência de reação de pele grau 3. Porém, apenas a altura da mama foi fator significante na análise multivariada para a gravidade da reação de pele. A chance de ocorrer reação grau 3 aumenta 2,61 vezes a cada aumento de 1 unidade de altura em cm. Esses achados permitem ao enfermeiro programar condutas mais adequadas e individualizadas a cada paciente e contribuir para a otimização do tratamento.

  20. Uso de terapias não convencionais no manejo da crise aguda de asma refratária

    OpenAIRE

    OLIVEIRA RAQUEL HERMES ROSA; RIBEIRO ALEXANDRE DE OLIVEIRA; AMARANTE GUSTAVO ADOLPHO JUNQUEIRA; TEDDE MIGUEL LIA

    2002-01-01

    Uma paciente em crise aguda de asma, refratária ao uso de beta2-agonista inalatório e intravenoso, aminofilina intravenosa e corticóide, em ventilação mecânica, foi tratada com métodos terapêuticos não convencionais: broncoscopia, lavado broncoalveolar com N-acetilcisteína e ventilação com halotano. Houve melhora dos parâmetros ventilatórios após o lavado e a resolução do broncoespasmo ocorreu após a anestesia, propiciando a extubação e alta da UTI. É feita uma revisão da literatura sobre o u...

  1. Miopia aguda induzida por topiramato: relato de dois casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kathy Dadam Sgrott

    2011-06-01

    Full Text Available RESUMO A miopia aguda pode ser desencadeada pelo uso de medicações sistêmicas, dentre elas, o anticonvulsivante topiramato. Este trabalho descreve dois casos de pacientes jovens com quadro agudo bilateral de miopia induzida por terapia com topiramato para controle de síndrome depressiva, fazendo relação com casos semelhantes descritos na literatura e revisão bibliográfica pertinente.

  2. Efeitos hemodinâmicos da sobrecarga ventricular direita aguda experimental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Brito Filho

    2011-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A sobrecarga ventricular direita aguda está associada a situações clínicas de elevada morbimortalidade, tais como: ressecções pulmonares extensas, tromboembolismo pulmonar, transplante pulmonar e edema pulmonar das altitudes. Alguns pontos de sua fisiopatologia permanecem obscuros. OBJETIVO: Avaliar os efeitos hemodinâmicos da sobrecarga ventricular direita aguda experimental em suínos. MÉTODOS: A sobrecarga ventricular direita foi induzida pela oclusão das artérias pulmonares através de ligaduras. Vinte porcos foram utilizados no estudo, sendo alocados em 04 grupos: um controle, não submetido à oclusão vascular pulmonar, e três de sobrecarga ventricular direita submetidos à oclusão das seguintes artérias pulmonares: SVD1 (artéria pulmonar esquerda; SVD2 (artéria pulmonar esquerda e do lobo inferior direito e SVD3 (artéria pulmonar esquerda, do lobo inferior direito e do lobo mediastinal, obstruindo a vasculatura pulmonar em 42, 76 e 82,0% respectivamente. Variáveis de hemodinâmica foram medidas a cada 15 minutos durante a uma hora do estudo. Na análise estatística, foram utilizados ajustes de modelos lineares mistos com estrutura de variâncias e covariâncias. RESULTADOS: Nas comparações intergrupais, houve aumento significativo da frequência cardíaca (p = 0,004, pressão arterial pulmonar média (p = 0,001 e pressão capilar pulmonar (p < 0,0001. Houve redução significativa da pressão arterial média (p = 0,01 e do índice sistólico (p = 0,002. Não houve diferença significativa no índice cardíaco (p = 0,94. CONCLUSÃO: Apesar da intensa sobrecarga ventricular direita promovida pela obstrução de 82,0% da vasculatura pulmonar e pelo aumento significativo da pressão arterial pulmonar não houve disfunção cardiovascular severa e/ou choque circulatório no período estudado.

  3. Serie de 8 casos de parotiditis supurada aguda neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Díaz Álvarez

    Full Text Available La parotiditis supurada aguda es una infección poco frecuente en la práctica del pediatra y neonatólogo. El objetivo es mostrar nuestra experiencia en la atención de serie de casos con parotiditis supurada aguda en el período neonatal, y describir sus características de presentación. Se presentan los hallazgos clínicos en 8 pacientes con parotiditis supurativa neonatal, quienes estuvieron ingresados en el Servicio de Neonatología del Hospital Pediátrico Universitario "Juan Manuel Márquez", durante el período de 22 años (desde el año 1992 hasta el año 2013, y se contrasta con los reportes publicados en la literatura internacional. Las características de presentación de la parotiditis aguda supurada de nuestros casos concuerdan con la literatura revisada en muchos aspectos, y se demuestra que es, además, una infección poco frecuente en el período neonatal. Es la primera publicación sobre esta entidad en neonatos en Cuba, y la mayor serie de casos en el ámbito latinoamericano.

  4. High prevalence of hepatitis B virus among female sex workers in Nigeria Alta prevalência de hepatite pelo vírus B entre trabalhadoras do sexo feminino na Nigéria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. C. Forbi

    2008-08-01

    Full Text Available Hepatitis B virus (HBV infection is endemic in Nigeria and constitutes a public health menace. The prevalence of HBV infection in many professional groups has been described in Nigeria. However, literature on HBV infection among female sex workers (FSW in Nigeria is scanty. FSW in Nigeria are not subjected to a preventive control of HBV infection. This study assesses the extent of spread of HBV among FSW in Nigeria. Seven hundred and twenty (n = 720 FSW (mean age = 26.7 years were tested for hepatitis B surface antigen (HBsAg by a double antibody sandwich ELISA method. The overall HBV prevalence among the FSW was 17.1%. FSWs between the ages of 31-35 year (20.5% and those with 'age-at-first-sex' below 10 years of age (28% were most affected. This high prevalence of a vaccine preventable disease is unacceptable, therefore, vaccination of this high risk HBV reservoir group should be considered worthwhile.A hepatite pelo vírus B (HBV é infecção endêmica na Nigéria e constitui problema de saúde pública. A prevalência da infecção HBV em muitos grupos profissionais foi descrito na Nigéria. No entanto, a literatura da infecção HBV entre trabalhadoras do sexo feminino (FSW na Nigéria é escasso. FSW na Nigéria não são submetidas a um controle preventivo de infecção de HBV. Este estudo avalia a extensão da disseminação de HBV entre FSW na Nigéria. Setecentos e vinte (n = 720 FSW (média de idade = 26,7 anos foram testadas para antígeno de superfície da hepatite B (HBsAg pelo método ELISA usando sandwich de duplos anticorpos. A prevalência total de HBV entre o FSW foi 17,1%. FSWs entre as idades de 31-35 anos (20,5% e abaixo de 10 anos de idade (28% foram mais afetadas. Esta alta prevalência de doença evitável pela vacinação é inaceitável, portanto, vacinação deste grupo de alto risco de HBV deve ser considerada fundamental.

  5. Hepatitis B vaccine - proposal for a standardized assessment of immune response Vacinação contra Hepatite B - proposta de padronização da avaliação da resposta imunológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lucia G. Ferraz

    1992-04-01

    Full Text Available The authors developed a comparative study of the various methods of assessment of immune response to Hepatitis B vaccine. Eighty-six health care professionals underwent a vaccination programme with three doses of plasma-derived vaccine against Hepatitis B (H-B-Vax, Merck, Sharp & Dohme given intra-muscularly. Assessment of immune response was carried out three months after the end of the programme, by radioimmunoassay (RIA and enzymeimmunoassay (EIA. The results showed that the semi-quantitative assessment of Anti-HBs antibodies by RIA or EIA was perfectly comparable to the reference method (quantitative determination of antibodies by RIA. In view of these findings, the authors suggest a standardization of assessment of immune response to the vaccine, thus permitting correct planning of booster doses and easier comparison between different studiesOs autores realizaram estudo comparativo dos diferentes métodos de avaliação da resposta à vacina contra hepatite B. Foram estudados 86 indivíduos, profissionais da área de saúde, que foram submetidos a esquema de vacinação com três doses de vacina plasmática contra hepatite B (H-B-Vax, Merck, Sharp & Dohme, aplicadas por via intramuscular. A avaliação da resposta imunológica à vacina foi realizada três meses após o término do esquema, através tanto de radioimunoensaio como enzimaimunoensaio. Os resultados obtidos demonstraram que a avaliação semi-quantitativa dos anticorpos anti-HBs por enzimaimunoensaio é perfeitamente superponível ao método de referência, que é a determinação quantitativa de anticorpos por radioimunoensaio. Tendo em vista estes achados, os autores propõem uma padronização da avaliação da resposta à vacina, com o objetivo de predizer a ocasião das doses de reforço e tornar os diferentes estudos comparáveis entre si

  6. Antígeno da hepatite B na síndrome de Down

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto de Almeida Moura

    1974-12-01

    Full Text Available Os autores demonstraram a ausência de HBAg no soro de 30 pacientes com síndrome de Down tratados em ambulatório (idades de 2 a 16 anos, bem como em 28 irmãos e em 19 de suas mães. Após discutir o antigo conceito que relacionava a síndrome de Down com HBAg, os autores confirmam a observação de que em pacientes com síndrome de Down, não hospitalizados, a incidência de HBAg é semelhante à da população geral.

  7. Hepatit A'ya Bağlı Guillain-Barre Sendromu: Nadir Bir Birliktelik

    OpenAIRE

    Canpolat, Mehmet; Ceylan, Özgür; Çelik, İlknur; Bayram, Ayşe Kaçar; Per, Hüseyin; Doğanay, Selim; Gümüş, Hakan; Aslan, Duran; Kumandaş, Sefer

    2015-01-01

    Guillain Barre Sendromu (GBS), çocukluktan ileri yaşlara kadar her yaş grubunda rastlanabilen, akut başlangıçlı, simetrik ve jeneralize kas güçsüzlüğü, arefleksi ve periferik sinirlerin inflamatuvar demyelinizasyonu ile karakterize bir hastalıktır. GBS 'un patogenezi net olarak bilinmemekle birlikte otoimmun bir hastalık olduğu düşünülmektedir. Guillian-Barre Sendromu(GBS) ile enfeksiyon hastalıkları arasındaki ilişki iyi bilinmektedir. Hepatit A enfeksiyonu sırasında GBS gelişimi nadir ...

  8. Reflexões éticas acerca dos estudos de soroprevelência de hepatites virais Ethical issues about seroprevalence studies on viral hepatitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosangela Gaze

    2006-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A aplicação de novas tecnologias em pesquisas epidemiológicas sobre hepatites virais (HV exige discussões éticas sobre inquéritos domiciliares de soroprevalência (IDS, estudos sentinelas (ES e de registros de bancos de sangue (ERBS e amostras de sorotecas (EAS. MÉTODOS: Discutem-se fatores de força (FF e fragilidade (FR destas abordagens, argumentos/justificativas para sua utilização e alternativas, segundo os princípios éticos da Resolução CNS nº 196/96. RESULTADOS E DISCUSSÃO: As pesquisas sobre HV justificam-se por sua magnitude, gravidade, vulnerabilidade e necessidade de subsidiar protocolos diagnósticos/terapêuticos e estratégias de prevenção/controle. Em relação aos IDS, discutimos quanto a FF: autonomia do sujeito; representatividade amostral adequada; e FR: custo maior que benefícios; possibilidade de obter a informação por outros meios. Para os ES, FF: monitoramento das HV com custo operacional inferior ao dos IDS; ausência de danos adicionais ao sujeito; e FR: limitação relativa de representatividade. Para os ERBS, FF: monitoramento do VHB/VHC em doadores de sangue com baixo custo, sem risco adicional; e FR: limitação de representatividade. Quanto aos EAS, FF: preponderância de benefícios sobre riscos/custos; possibilidade de desvendar agravos desconhecidos e de oferecer diagnóstico precoce e tratamento; FR: material biológico e dados de uma pesquisa podem ser utilizados em outras. CONCLUSÃO: Estas discussões contribuem para embasar processos éticos, orientar a escolha do tipo de estudo epidemiológico e construir novos conceitos sobre estes temas.BACKGROUND: Epidemiological studies on viral hepatitis (VH using new technologies raise ethical issues especially concerning community-based studies on seroprevalence (CSS, sentinel surveillance-based studies (SBS the use of blood-bank registers (BBR and serum stocks (SS. METHODS: Positive (PA and negative (NA aspects of these different

  9. Toxicidade aguda e risco ambiental do antibiótico oxitetraciclina para tilápia ( Oreochromis niloticus , Daphnia magna e Lemna minor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.A. Machado

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste estudo foi classificar o antibiótico Terramicina(r de acordo com a toxicidade aguda e o risco de intoxicação ambiental para Oreochromis niloticus, Daphnia magna e Lemna minor, com base no seu ingrediente ativo oxitetraciclina (OTC. Além disso, observou-se a ocorrência de sinais de intoxicação aguda em peixes e o efeito da diluição do antibiótico sobre as variáveis de qualidade de água. Alevinos, neonatos e frondes foram expostos a concentrações de OTC. De acordo com os resultados dos testes de toxicidade aguda, a Terramicina(r foi classificada pela toxicidade aguda e pelo risco de intoxicação ambiental. Para O. niloticus, a CL(I50; 48h calculada foi de 6,92 mg L-1, para D. magna a CE(I50; 48h foi de 0,17mg.L-1, enquanto para L. minor a CI(I50;7d foi de 0,68 mg L-1. A Terramicina(r foi classificada como muito tóxica para O. niloticus e extremamente tóxica para D. magna e L. minor e causa risco de intoxicação ambiental para os três organismos testados. Concentrações de 7,5 e 8,0 mg L-1 de OTC reduziram a concentração de oxigênio dissolvido na água. De acordo com este estudo, a Terramicina(r não deve ser utilizada na aquicultura, pois é altamente tóxica e causa risco de intoxicação ambiental aos organismos teste.

  10. Presence of depressive symptoms in patients with a first episode of acute Coronary Syndrome Presencia de síntomas depresivos en pacientes con primer episodio de Síndrome coronario agudo Presença de sintomas depressivos em pacientes com primeiro episódio de Síndrome coronariana aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carina Aparecida Marosti Dessotte

    2013-02-01

    , pues sabemos que la depresión dificulta el control de la coronariopatia.OBJETIVO: comparar possíveis diferenças quanto à presença de sintomas depressivos, segundo o diagnóstico clínico da síndrome coronariana aguda, sexo e faixa etária, uma semana antes do primeiro evento cardíaco. MÉTODO: estudo transversal, descritivo e exploratório, que utilizou o Inventário de Depressão de Beck. A amostra foi composta por 253 pacientes. RESULTADOS: os pacientes com diagnóstico clínico de angina instável, do sexo feminino e com idade inferior a sessenta anos relataram, com maior frequência, a presença de sintomas depressivos. CONCLUSÕES: elevada porcentagem de pacientes apresentava sintomas depressivos no momento da internação pelo primeiro episódio da síndrome coronariana aguda, e essa prevalência foi significativamente maior entre as mulheres, com menos de 60 anos e com angina instável. Esses resultados deverão embasar o atendimento na internação, alta e planejamento da reabilitação desses pacientes, pois se sabe que a depressão dificulta o controle da coronariopatia.

  11. Suspeita de Apneia Obstrutiva do Sono definida pelo Questionário de Berlim prediz eventos em pacientes com Síndrome Coronariana Aguda Sospecha de apnea obstructiva del sueño definida por el cuestionario de Berlín predice eventos en pacientes con síndrome coronario agudo Suspicion of Obstructive Sleep Apnea by Berlin Questionnaire predicts events in patients with Acute Coronary Syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eryca Vanessa S. de Jesus

    2010-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: De um ponto de vista mecanístico, a apneia obstrutiva do sono (SAOS pode causar distúrbios extras à homeostase cardiovascular na presença de síndrome coronariana aguda (SCA. OBJETIVO: Investigar se um diagnóstico clínico padronizado de SAOS, em pacientes com SCA, prediz o risco de eventos cardiovasculares durante hospitalização. MÉTODOS: Em um estudo de coorte prospectivo, um grupo de 200 pacientes com diagnóstico de SCA estabelecido entre Setembro de 2005 e Novembro de 2007, foram estratificados pelo Questionário de Berlim (QB para o risco de SAOS (alto ou baixo risco. Foi testado se o subgrupo de alto risco para SAOS apresenta maior tendência à eventos cardiovasculares. O endpoint primário avaliado foi um desfecho composto de morte cardiovascular, eventos cardíacos isquêmicos recorrentes, edema pulmonar agudo e acidente vascular cerebral durante a hospitalização. RESULTADOS: Noventa e quatro (47% dos pacientes identificados pelo QB apresentavam suspeita de SAOS. Alto risco para SAOS estava associado com uma mortalidade mais elevada, embora sem diferença estatística (4,25% vs 0,94%; p=0,189, mas com uma estatisticamente significante maior incidência de desfecho composto de eventos cardiovasculares (18,08% vs 6,6%; p=0,016. No modelo de regressão logística, os preditores multivariados de desfecho composto de eventos cardiovasculares foram idade (OR = 1,048; IC95%: 1,008 a 1,090; p=0,019, fração de ejeção do VE (OR = 0,954; IC95%: 0,920 a 0,989; p=0,010, e risco mais elevado de SAOS (OR = 3,657; IC95%: 1,216 a 10,996; p=0,021. CONCLUSÃO: O uso de um questionário simples e validado (QB para identificar pacientes com risco mais elevado de SAOS pode ajudar a prever o desfecho cardiovascular durante a hospitalização. Além disso, nossos dados sugerem que SAOS é muito comum em pacientes com SCA.FUNDAMENTO: Desde un punto de vista mecanístico, la apnea obstructiva del sueño (SAOS puede ocasionar disturbios

  12. Invasive Aspergillus flavus sinusitis: case report in a patient with biphenotypic acute leukemia Sinusite invasiva por Aspergillus flavus: relato de um caso associado a leucemia aguda bifenotípica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melissa Orzechowski Xavier

    2009-02-01

    Full Text Available Here we report a case of invasive pansinusitis with proptosis of the right eye caused by Aspergillus flavus in an immunocompromised patient with acute biphenotypic leukemia without aggressive therapy response.Descreve-se um caso de pansinusite invasiva com proptose do globo ocular direito causado por Aspergillus flavus em um paciente imunossuprimido com leucemia aguda bifenotípica sem resposta a terapia agressiva.

  13. Estudo soroepidemiológico da infecção pelo vírus da hepatite B entre portadores do vírus da imunodeficiência humana/sida na cidade de Belém, Pará - Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Rita de Cassia Costa Monteiro

    2004-01-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi estudar a prevalência de infecção pelo virus da hepatite B em 406 portadores do virus da imunodeficiência humana, maiores de dezoito anos de idade, atendidos na rede pública de saúde da cidade de Belém, Pará, assim como analisar possíveis fatores de risco para a infecção. A prevalência global de infecção pelo virus da hepatite B foi de 51% (IC: 46,1 - 55,8, com 7,9% (IC: 5,3 - 10,5 para o HBsAg, 45,1% (IC: 40,3 - 49,9 para o anti-HBc e 32,3% (IC: 27,5 - 36,8 para o anti-HBs. Após ajuste por regressão logística, os marcadores sorológicos de infecção pelo vírus da hepatite B apresentaram associação com as seguintes variáveis: idade, situação conjugal e preferência sexual. A prevalência dos marcadores do vírus B nos heterossexuais foi 28,7% e 68,8% nos homossexuais/bissexuais (IC: 3,50 - 9,08; OR: 5,63; p=0,000. Quanto à situação conjugal, a categoria com companheiro fixo/casado apresentou freqüência de 31%, e foi de 58,7% a observada no grupo sem companheiro fixo (IC: 1,29 - 3,63; OR: 2,16; p=0,003. A análise multivariada não mostrou associação do vírus B com o uso de drogas ilícitas injetáveis.

  14. Impacto do uso da prova rápida para estreptococo beta-hemolítico do grupo A no diagnóstico e tratamento da faringotonsilite aguda em pronto-socorro de Pediatria Impacto del uso de la prueba rápida para estreptococos beta-hemolíticos del grupo A en el diagnóstico y tratamiento de la faringotonsilitis en emergencia de Pediatría Impact of the rapid antigen detection test in diagnosis and treatment of acute pharyngotonsillitis in a Pediatric emergency room

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora Morais Cardoso

    2013-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o impacto da realização rotineira da prova rápida para pesquisa de estreptococo do grupo A no diagnóstico e tratamento da faringotonsilite aguda em crianças. MÉTODOS: Estudo prospectivo e observacional que contou com a utilização de protocolo de pesquisa estabelecido na Unidade de Emergência do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo para o atendimento de crianças e adolescentes com faringotonsilite aguda. RESULTADOS: Com base na avaliação clínica, dos 650 pacientes estudados, antimicrobianos seriam prescritos para 389 indivíduos (59,8% e, com o uso da pesquisa de estreptococo do grupo A, foram prescritos em 286 pacientes (44,0%. Das 261 crianças que não receberiam antibiótico pelo quadro clínico, 111 (42,5% tiveram pesquisa de estreptococo do grupo A positiva. O diagnóstico baseado no quadro clínico apresentou sensibilidade de 61,1%, especificidade de 47,7%, valor preditivo positivo de 44,9% e valor preditivo negativo de 57,5%. CONCLUSÕES: O diagnóstico clínico da faringotonsilite estreptocócica mostrou baixa sensibilidade e especificidade. O uso rotineiro da prova rápida para pesquisa de estreptococo permitiu a redução do uso de antibióticos e a identificação de um grupo de risco para as complicações da infecção estreptocócica, pois 42,5% dos pacientes com prova rápida positiva não receberiam antibióticos, se levado em consideração apenas o diagnóstico clínico.OBJETIVO: Evaluar el impacto de la realización de rutina de la prueba rápida para investigación de estreptococos del grupo A en el diagnóstico y tratamiento de la faringotonsilitis aguda en niños. MÉTODOS: Estudio prospectivo y observacional que contó con el uso de protocolo de investigación establecido en la Unidad de Emergencia del Hospital Universitario de la USP para la atención a niños y adolescentes con faringotonsilitis aguda. RESULTADOS: Con base en la evaluación crítica, de los 650 pacientes

  15. Comparação da reposição volêmica aguda guiada por variação de pressão de pulso e por metas convencionais  de ressuscitação em modelo suíno de choque hemorrágico com endotoxemia

    OpenAIRE

    Jessica Noel-Morgan

    2012-01-01

    Introdução: A fluidoterapia é o tratamento de primeira linha para pacientes em choque hemorrágico ou choque séptico para restauração do volume circulante e da perfusão tecidual, mas diversas questões relacionadas a este tópico permanecem em debate, particularmente em relação às metas de ressuscitação representadas por variáveis fisiológicas a serem atingidas. A variação de pressão de pulso (VPP) já foi proposta como índice confiável para predição de fluido-responsividade em pacientes sob vent...

  16. Leucemia congénita aguda Acute congenital leukemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilvia Esther González García

    2011-06-01

    Full Text Available La leucemia aguda durante el período neonatal es poco frecuente de evolución rápida y pronóstico sombrío. Sus características clínicas y biológicas difieren de las encontradas en niños de mayor edad, y su inicio se caracteriza por afectación cutánea, hepatoesplenomegalia, hiperleucocitosis e infiltración del sistema nervioso central. Se han observado pacientes con formas tanto mieloides como linfoides, pero la leucemia mieloide aguda parece predominar en esta etapa de la vida. Se presenta el caso de un paciente con leucemia congénita clasificada morfológicamente, con aparición de manifestaciones clínicas de enfermedad hematológica desde el nacimiento y diagnóstico de leucemia linfoblástica aguda congénita.Acute leukemia during neonatal period is not frequent, of a fast course and gloomy prognosis. Its clinical and biological features differ of that present in older children and it onset is characterized by cutaneous affection, hepatosplenomegaly, hyperleukocytosis and infiltration of central nervous system (CNS. There are patients presenting with myeloid and lymphoid types, but the acute leukemia seems to predominate in this stage of life. This is the case of a patient with acute leukemia morphologically classified, with appearance of clinical manifestations of hematologic disease from birth and a diagnosis of congenital acute lymphoblastic leukemia.

  17. Insuficiencia renal aguda inducida por mordedura de serpiente Bothrops

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo A. Aroca Martínez

    2014-01-01

    Full Text Available Mujer de 58 años de edad, remitida a urgencias por presentar cuadro clínico de insuficiencia renal aguda (IRA secundaria a mordedura de serpiente (Bothrops Atrox. Ingresa hipotensa con elevación de azoados e hiperkalemia, ecografía renal dentro de parámetros normales. Se maneja terapia dialítica con lo cual presenta mejoría clínica. En este reporte se detallan aspectos del diagnóstico, manejo clínico y posibles mecanismos fisiopatológicos que explican el daño renal.

  18. Comparação entre troponina I cardíaca e CK-MB massa em síndrome coronariana aguda sem supra de ST Comparación entre troponina i cardíaca y ck-mb masa en síndrome coronario agudo sin supradesnivel de ST Comparison between cardiac troponin I and CK-MB mass in acute coronary syndrome without st elevation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Silva dos Santos

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há incertezas do valor prognóstico comparativo entre troponina I cardíaca (cTnI e CK-MB em síndrome coronariana aguda (SCA. OBJETIVO: Comparar o valor prognóstico entre a cTnI e a CK-MB massa em pacientes com SCA sem supradesnível do segmento ST. MÉTODOS: Foram analisados 1.027 pacientes, de modo prospectivo, em um centro terciário de cardiologia. Combinações dos biomarcadores foram examinadas: cTnI normal, CK-MB massa normal (65,5%; cTnI normal, CK-MB massa elevada (3,9%; cTnI elevada, CK-MB massa normal (8,8%; cTnI elevada, CK-MB massa elevada (20,7%. Análise multivariada de variáveis clínicas, eletrocardiográficas e laboratoriais determinou o valor prognóstico independente dos biomarcadores para o evento de morte ou (reinfarto em 30 dias. RESULTADOS: Pacientes com pelo menos um biomarcador elevado foram mais idosos (p = 0,02 e do sexo masculino (p FUNDAMENTO: Hay dudas sobre el valor pronóstico comparativo entre troponina I cardíaca (cTnI y CK-MB en síndrome coronario agudo (SCA. OBJETIVO: Comparar el valor pronóstico entre la cTnI y la CK-MB masa en pacientes con SCA sin supradesnivel del segmento ST. MÉTODOS: Fueron analizados 1.027 pacientes, de modo prospectivo, en un centro terciario de cardiología. Combinaciones de los biomarcadores fueron examinadas: cTnI normal, CK-MB masa normal (65,5%; cTnI normal, CK-MB masa elevada (3,9%; cTnI elevada, CK-MB masa normal (8,8%; cTnI elevada, CK-MB masa elevada (20,7%. Análisis multivariado de variables clínicas, electrocardiográficas y de laboratorio determinó el valor pronóstico independiente de los biomarcadores para el evento de muerte o (reinfarto en 30 días. RESULTADOS: Pacientes con por lo menos un biomarcador elevado eron más añosos (p = 0,02 y del sexo masculino (p BACKGROUND: There is uncertainty as to the comparative prognostic value between cardiac troponin I (cTnI and CK-MB in acute coronary syndrome (ACS. OBJECTIVE: To compare the prognostic

  19. Estudo imunobiológico de estoques de Trypanosoma cruzi isolados de pacientes na fase aguda da doença de Chagas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T.L. Kipnis

    1983-12-01

    Full Text Available Estoques de tripanossomas isolados de pacientes na fase aguda da doença de Chagas foram injetados em grupos de camundongos albinos não isogênicos nas doses de 10³, 10(4 e 10(5 parasitas/camundongos. O curso da infecção foi seguido por três meses. A pctrasitemia foi em geral baixa, com picos recorrentes, na maioria das vezes os animais evoluiam para cronicidade. Somente um estoque induziu alto índice de mortalidade. Os parasitas e as lesões apesar de detectadas no pico da parasitemia e restritos ao coração estavam ausentes aos três meses. Nesta época os perfis de Igs apresentaram diferenças marcantes. Grupos de animais que foram inoculados com estes estoques foram desafiados com doses letais da cepa Y ou CL. Em alguns casos obteve-se uma parasitemia, mas patente.

  20. BRONQUIOLITE AGUDA – O QUE MUDOU NOS ÚLTIMOS 5 ANOS?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lachado

    2016-07-01

    Full Text Available Introdução: A bronquiolite aguda (BA é uma infeção do tra- to respiratório inferior, cujo diagnóstico é clínico, cujo tratamento é essencialmente de suporte. Na maioria dos casos, deve-se a infeção pelo vírus sincicial respiratório (VSR. Em Dezembro de 2012 a Direção Geral da Saúde (DGS emitiu normas de orienta- ção clínica (NOCs com o objetivo de reduzir a utilização desne- cessária de métodos de diagnóstico e terapêutica. Objetivos: Caracterizar os doentes internados com BA no serviço de pediatria de um hospital central e analisar a evolução da abordagem diagnóstica e terapêutica, antes e após a NOC. Métodos: Análise retrospetiva dos processos clínico dos doentes internados com BA, com menos de 24 meses, entre ju- lho de 2010 e junho de 2015. Foram analisados os fatores de risco e de gravidade, incluindo transferência para Cuidados In- tensivos (CI, os meios complementares de diagnóstico (ECD e terapêuticas utilizadas. Resultados: Incluídos 530 doentes, 55% do sexo masculi- no, com mediana de idades de 3.7 meses. Internamento com mediana de 5 dias. Presença de um ou mais fatores de risco associados em 92%. Foi efetuada a pesquisa de vírus no lava- do nasofaríngeo em 81.3% dos casos: VSR (n=272, adenoví- rus (n=52, rinovírus (n=49 e metapneumovírus (n=31. Hou- ve necessidade de transferência para CI em 9.2% dos casos. No 1º, 2º, 3º, 4º e 5º ano foram solicitados ECD em 93.4%; 92.3%; 80.8%; 72.8% e 68.3% dos doentes, respetivamente. O tratamento broncodilatador foi utilizado em 67.1%, 63.5%, 47.5%, 46.2% e 44,2% dos doentes do 1º ao 5º ano, respetiva- mente. A corticoterapia foi utilizada em 32.3%, 21.2%, 23.2%, 33,7% e 16,7% do 1º ao 5º ano, respetivamente. A antibioterapia foi utilizada em 25.1%, 17.3%, 14.1%, 18.5% e 9.2% dos doen- tes de 1º ao 5º ano, respetivamente. A cinesiterapia foi utilizada em 32.5%, 36.5%, 6.1%, 7.6% e 4.2%. dos doentes de 1º ao 5º ano, respetivamente. A

  1. Prevalence of antibodies against hepatitis A virus among the Kuikuro and Kaiabi Indians of Xingu National Park, Brazil Prevalência de anticorpos contra o vírus da hepatite A entre os índios Kuikuro e Kaiabi do Parque Indígena do Xingu, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Mindlin Lafer

    2007-06-01

    Full Text Available A seroprevalence study to detect total antibodies against Hepatitis A Virus was done with 220 samples from 589 Native Indians from Xingu National Park, Brazil, in five Kaiabi and Kuikuro villages, the most populous ethnic groups. Using a commercial immunoassay kit we detected 97.7% positive samples (95% Confidence Interval: 95%-99%. We noticed a precocious seroconversion, before the age of six years, when the disease is usually asymptomatic. These results are similar to those found in the literature in non-Indian population studies of the Northern, Northeastern and West Central regions of Brazil. They suggest that it is not necessary to introduce vaccination against Hepatitis A in these highly endemic populations.Um estudo de soroprevalência para detectar anticorpos totais contra o Vírus da Hepatite A foi realizado com 220 amostras obtidas de 589 indivíduos de cinco aldeias indígenas das tribos Kaiabi e Kuikuro, as mais populosas do Parque Nacional do Xingu, Brasil. Utilisando um kit comercial de ensaio imunoenzimático, detectamos 97,7% amostras positivas (Intervalo de Confiança de 95%: 95%-99%, com uma soroconversão precoce, antes dos seis anos de idade, quando a doença costuma ser assintomática. Estes resultados são semelhantes aos resultados encontrados na literatura em estudos com populações não-indígenas das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil, e sugere que não há necessidade de introdução de vacinação contra Hepatite A nestas populações de alta endemicidade.

  2. Características dos doadores de córneas do Banco de Olhos de Cascavel: impacto do exame anti-HBc para hepatite B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cesar Nobuo Shiratori

    2011-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Traçar o perfil dos doadores de tecidos oculares humanos na região de atuação do Banco de Olhos de Cascavel - Paraná (PR e verificar o impacto da positividade da sorologia positiva para hepatite B (anti-HBc no descartes dos tecidos oculares. MÉTODOS: Estudo do tipo transversal de dados do Banco de Olhos de Cascavel do período de março de 2006 a abril de 2007. Informações como idade, sexo, causa de óbito, tempo entre óbito e enucleação e resultados sorológicos de doadores foram coletadas. Dados foram agrupados para caracterização da população de estudo e distribuídos segundo positividade da sorologia para hepatite B (anti-HBc. RESULTADOS: A média de idade dos doadores foi de 54,2 ± 20,6 anos e a maioria era do sexo masculino (64,7%. Tempo médio entre óbito e enucleação foi de 3,8 ± 2,4 horas, a principal causa de óbito foram doenças cardiovasculares (34,5%. Positividade para os marcadores anti-HBc e HBsAg foi de 47,4% e 1,5%, respectivamente, sendo os exames sorológicos para hepatite B a maior causa de descarte dos tecidos oculares doados. Doadores com sorologia positiva para anti-HBc apresentaram maior média de idade comparados com doadores com sorologia negativa (p<0,001. Somente 0,8% das doações apresentaram sorologia positiva para hepatite C. Não houve doações com sorologia para HIV positiva no período do estudo. CONCLUSÕES: Implementação do Banco de Olhos de Cascavel aumentou significativamente a disponibilização de córneas para transplante no Estado do Paraná. A principal contraindicação para disponibilização de tecidos oculares foi a positividade na sorologia para anti-HBc. Estudos de biosegurança devem ser realizados a fim de investigar o potencial de transmissão da hepatite B de doadores positivos para esse marcador. A inclusão desses doadores como doações efetivas acarretaria maior disponibilização de tecidos para transplantes.

  3. Escala de Alvarado como herramienta diagnóstica para apendicitis aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iván Pimienta Concepción

    2017-06-01

    Full Text Available Introducción: La apendicitis aguda es la enfermedad intrabdominal más frecuente tratada de urgencia. Resulta de interés la utilización de la Escala de Alvarado en el diagnóstico de esta patología por su contribución a la disminución de apendicectomías negativas. Objetivo: Determinar la validez de la Escala de Alvarado como herramienta diagnóstica para apendicitis aguda en pacientes atendidos en el Servicio de Cirugía General del Hospital IESS Ambato. Métodos: Se realizó una investigación observacional, descriptiva y transversal en pacientes hospitalizados con cuadro de dolor abdominal y sospecha de apendicitis aguda, valorados en el Servicio de Cirugía General en el Hospital General IESS Ambato en el período junio 2015 a noviembre del año 2015. Resultados: De acuerdo al resultado histopatológico predominó la apendicitis aguda supurada con (n=83, 54.9%; seguida de apendicitis aguda gangrenosa (n=35, 23.2%; apendicitis aguda precoz (n=15, 9.9%; mientras que el resultado normal y apendicitis aguda gangrenosa perforada se encontraron con los mismos valores (n=9, 5.9%. Conclusiones: Existió un puntaje elevado de la Escala de Alvarado para el diagnóstico de apendicitis aguda según la severidad de los hallazgos descritos en el resultado histopatológico posterior a la apendicectomía. El resultado histopatológico de mayor frecuencia fue la apendicitis aguda supurada, con un riesgo medio en la Escala de Alvarado, la cual es más sensible en periodos de gravedad.

  4. Vacinação em pacientes com diabetes mellitus na atenção primária à saúde: cobertura e fatores associados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarissa Cordeiro Alves Arrelias

    2018-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Analisar a cobertura vacinal de pacientes com diabetes mellitus para as vacinas recomendadas pelo Programa Nacional de Imunizações e as variáveis associadas. Método Estudo transversal, com 255 pacientes de unidade básica de saúde, da região sudeste do Brasil, realizado em 2015. Utilizou-se o Sistema Informatizado de Gestão em Saúde para identificação da vacinação contra influenza, pneumococo, hepatite B, febre amarela, sarampo/caxumba/rubéola e difteria/tétano. Realizou-se análise estatística multivariada. Resultados 78,8% foram vacinados contra febre amarela, 65,5% contra difteria/tétano, 27,8% contra pneumococo, 27,5% contra hepatite B, 14,9% contra sarampo/caxumba/rubéola e 14,5% contra influenza. Encontrou-se associação entre sexo feminino e vacinação contra hepatite B, febre amarela e difteria/tétano; maior nível de escolaridade e vacinação contra hepatite B, e menor mediana de idade e vacinação contra sarampo/caxumba/rubéola. Conclusão A cobertura vacinal, em geral, foi baixa. Fatores como sexo, idade e escolaridade devem ser considerados nas recomendações de vacinas e na proposição de estratégias de imunização.

  5. Sarcoma granulocítico multicêntrico como recidiva de leucemia mieloide aguda Multicentric granulocytic sarcoma as relapse of acute myelogenous leukemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Taciana G. S. Aguiar

    2009-01-01

    Full Text Available Sarcoma granulocítico (SG é um tumor sólido extramedular, constituído por células precursoras de granulócitos. É geralmente associado a leucemia mieloide aguda ou raramente a outras desordens mieloproliferativas. O tumor geralmente ocorre precedendo uma leucemia mieloide aguda, durante o seu curso ou após a remissão ter sido alcançada. O prognóstico é pobre e tem como principais modalidades terapêuticas a quimioterapia e a radioterapia. Relata- se um caso de SG multicêntrico, de evolução rápida, com acometimento difuso de pele, mamas, gânglios linfáticos, tecido celular subcutâneo e líquor, em mulher de 45 anos, fora de tratamento para leucemia mieloide aguda e em remissão hematológica há 18 meses. A paciente apresentava dor intensa em membro inferior direito há uma semana e estava em anticoagulação oral há seis meses por trombose venosa profunda neste membro. Diagnosticado o SG, a paciente foi tratada com radioterapia e quimioterapia com boa resposta. Após três meses de seguimento, em vigência do tratamento quimioterápico, evoluiu com recidiva do SG neste membro, associado ao acometimento das mamas e posteriormente do sistema nervoso central, evoluindo para óbito em aplasia e sepses.Granulocytic sarcoma is an extramedullary solid tumor consisting of immature granulocytic cells. It is often associated with acute myelogenous leukemia and more rarely with other myeloproliferative disorders. The tumor generally occurs before acute myeloid leukemia, during its course or after disease remission. It has a poor prognosis with the main therapeutic options being chemotherapy and radiotherapy. A multicentric accelerated case of granulocytic sarcoma of a 45- year- old woman with diffuse skin, breast, lymphatic ganglia and subcutaneous tissue presentations no longer undergoing treatment for acute myeloid leukemia and in hematologic remission for 18 months is reported. The patient presented with severe pain of right lower

  6. Pancreatite aguda leve: avaliação pela ultra-sonografia. estudo prospectivo Mild acute pancreatitis: ultrasound evaluation: a prospective study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Martins Machado

    2002-07-01

    Full Text Available Resumo Neste estudo foram avaliados, por meio da ultra-sonografia, 21 pacientes com pancreatite aguda leve. Foram analisadas a presença ou ausência de hipoecogenicidade do pâncreas e a presença ou ausência de líquido peripancreático. Em 19 pacientes (90,5% foi identificada hipoecogenicidade pancreática, e em três (15,8% destes pacientes foi identificada a presença de pequena quantidade de líquido na pequena cavidade dos epíploons. Em dois pacientes (9,5% não se identificou qualquer alteração pancreática. Com relação à possível etiologia da pancreatite aguda, em 15 pacientes (71,5% pôde-se demonstrar a presença de colecistopatia calculosa, em quatro pacientes (19,0% havia história de alcoolismo crônico e não foram identificados cálculos na vesícula biliar, e em dois pacientes (9,5% não foi identificada qualquer causa aparente. Os autores concluem que a ultra-sonografia pode identificar alteração na maioria dos pacientes com pancreatite aguda leve e permite, ainda, o acompanhamento daqueles com pequenas coleções líquidas peripancreáticas.We analyzed the ultrasonographic findings of 21 patients with mild acute pancreatitis. The presence or absence of pancreatic hypoechogenicity and peripancreatic fluid collection was assessed. Pancreatic hypoechogenicity was identified in 19 patients (90.5% whereas small sac fluid collection was identified in 3 (15.8% of these patients. No abnormality was seen in 2 patients (9.5%. Regarding the etiology of acute pancreatitis, cholelithiasis was identified in 15 patients (71.5%, alcohol abuse was identified in 4 patients (19.0%, and in 2 patients (9.5% no probable etiology could be found. The authors conclude that ultrasonography may identify abnormalities in the majority of patients with mild acute pancreatitis and can be used to assess patients with peripancreatic fluid collections.

  7. Impactos de adoecimento de longa duração: experiência de adultos jovens com Leucemia Mieloide Aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reni Aparecida Barsaglini

    Full Text Available Resumo O presente artigo analisa os impactos materiais e imateriais imersos na experiência de adultos jovens com um adoecimento de longa duração – Leucemia Mieloide Aguda. Decorre de pesquisa mais ampla, inspirada na Fenomenologia de Alfred Schutz. Os dados foram obtidos por entrevistas em profundidade com quatro jovens, de 20 a 28 anos, em fase de manutenção no tratamento oncológico, entre novembro de 2013 a janeiro de 2014, em Mato Grosso. Os resultados enfocam aspectos marcantes dos impactos na experiência como o processo de descoberta da enfermidade em que o diagnóstico provocou sentimentos mobilizados por ideias sobre uma doença grave. Seguem-se os impactos na aparência devidos ao tratamento, sobressaindo a queda de cabelo e as estratégias cotidianas de enfrentamento, bem como o aumento ou a perda de peso. Por fim, é marcante o impacto da iminência da morte diante da letalidade da doença e o testemunho da ocorrência em pessoas conhecidas, colocando-a como possibilidade concreta para si, mas também como sobreviventes. Os impactos são os efeitos e as transformações na vida das pessoas e seu entorno e evocam (re ações, contudo, diluem-se na experiência compondo-a, e não sendo homogênea, sua abordagem privilegia a singularidade inscrita em biografias contextualizadas.

  8. Changes in the management of patients with severe acute pancreatitis Mudanças no manejo de doentes com pancreatite aguda grave

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tercio De Campos

    2008-09-01

    Full Text Available BACKGROUND: Severe acute pancreatitis is present in up to 25% of patients with acute pancreatitis, with considerable mortality. Changes in the management of acute pancreatitis in the last 2 decades contributed to reduce the mortality. AIM: To show the evolution in the management of severe acute pancreatitis, comparing two different approaches. METHODS: All patients with severe acute pancreatitis from 1999 to 2005 were included. We compared the results of a retrospective review from 1999 to 2002 (group A with a prospective protocol, from 2003 to 2005 (group B. In group A severe pancreatitis was defined by the presence of systemic or local complications. In group B the Atlanta criteria were used to define severity. The variables analyzed were: age, gender, etiology, APACHE II, leukocytes, bicarbonate, fluid collections and necrosis on computed tomography, surgical treatment and mortality. RESULTS: Seventy-one patients were classified as severe, 24 in group A and 47 in group B. The mean APACHE II in groups A and B were 10.7 ± 3.5 and 9.3 ± 4.5, respectively. Necrosis was seen in 12 patients (50% in group A and in 21 patients (44.7% in group B. Half of the patients in group A and two (4.3% in group B underwent to pancreatic interventions. Mortality reached 45.8% in group A and 8.5% in group B. CONCLUSION: A specific approach and a prospective protocol can change the results in the treatment of patients with severe acute pancreatitis.RACIONAL: A pancreatite aguda grave está presente em até 25% dos doentes com pancreatite aguda, com mortalidade considerável. Mudanças no tratamento da pancreatite aguda nas últimas duas décadas contribuíram para a redução da mortalidade destes doentes. OBJETIVO: Mostrar a evolução do manejo da pancreatite aguda, comparando duas diferentes abordagens. MÉTODOS: Todos os doentes com pancreatite aguda grave de 1999 a 2005 do Serviço de Emergência da Santa Casa de São Paulo, SP, foram incluídos. Os

  9. Corpos no “limite” e risco à saúde na musculação: etnografia sobre dores agudas e crônicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alan Camargo Silva

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi discutir como a dor aguda e crônica pode ser concebida pelos alunos e professores de Educação Física na musculação. Esta pesquisa utilizou a etnografia em dois estabelecimentos de bairros cariocas socioeconomicamente distintos: 12 meses em uma academia de pequeno porte em um bairro popular e dez meses em uma academia de grande porte em um bairro nobre do Rio de Janeiro, Brasil. Foi possível apreender que os marcadores de gênero e de classe social influenciaram como determinados alunos compreendiam os “limites” do corpo relativo às dores e seus riscos. A intervenção do professor face a este sintoma e ao risco, embora marcada pelo referencial biomédico, era influenciada pelo contexto em que a academia estava engendrada. Tais dados indicam a importância de investigações etnográficas sobre corpo e saúde-doença em contextos alheios aos serviços de saúde tradicionais.

  10. A poliomielite em Sergipe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hélio A. Oliveira

    1994-06-01

    Full Text Available Os autores apresentam estudo retrospectivo da poliomielite em Sergipe. Dividem o estudo em três períodos levando em consideração a taxa de notificação de casos positivos e enfatizam o período que vai de 1979 a 1989, pelo estudo de 159 casos consecutivos. As seguintes informações foram levantadas para cada caso: sexo, idade, procedência, estado vacinai anterior e evolução clínica. São também avaliadas a incidência anual, relação incidência/cobertura vacinai e distribuição geográfica. Tecem comentários sobre os surtos epidêmicos ocorridos em 1984 e 1986, sobre as alterações na circulação do poliovírus selvagem (P1 para P3 e sobre problemas relacionados à não aquisição de imunidade em crianças com esquema vacinal completo. Consideram a poliomielite controlada no Estado, mas enfatizam a necessidade de manutenção de Vigilância epidemiológica efetiva para todos os casos de paralisia aguda e flácida em menores de 14 anos de idade.

  11. Detection of Cryptosporidium spp and other intestinal parasites in children with acute diarrhea and severe dehydration in Rio de Janeiro Detecção de Cryptosporidium spp e outros parasitas intestinais em crianças com diarréia aguda e desidratação grave no Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Anibal Carvalho-Costa

    2007-06-01

    Full Text Available The objective of the present study was to estimate the frequency of infection by Cryptosporidium spp and other intestinal parasites in dehydrated children with gastroenteritis who were admitted to a pediatric hospital. Stool examinations from 218 children were performed. Cryptosporidium spp was identified in eighteen out of 193 stool samples (9.3% subjected to safranin-methylene blue staining. Giardia lamblia was detected in ten out of 213 (4.7% samples examined via the direct or Ritchie methods. Other parasites identified were Ascaris lumbricoides (4.2%, Blastocystis hominis (1.4%, Entamoeba coli (0.9%, Entamoeba histolytica/Entamoeba dispar (0.5%, Endolimax nana (0.5%, Trichuris trichiura (0.5% and Enterobius vermicularis (0.5%.O objetivo do presente estudo foi estimar a freqüência das infecções por Cryptosporidium spp e outros parasitas intestinais em crianças desidratadas com gastroenterite, internadas em um hospital pediátrico. Exames de fezes de 218 crianças foram realizados. Cryptosporidium spp foi detectado em 18 de 193 (9,3% amostras fecais submetidas à coloração pela safranina/azul-de-metileno. Giardia lamblia foi detectada em dez de 213 (4,7% amostras submetidas ao exame direto ou ao método de Ritchie. Também foram identificados Ascaris lumbricoides (4,2%, Blastocystis hominis (1,4%, Entamoeba coli (0,9%, Entamoeba histolytica/Entamoeba dispar (0,5%, Endolimax nana (0,5%, Trichuris trichiura (0,5% and Enterobius vermicularis (0,5%.

  12. Efeitos de um programa de reabilitação acelerado após o tratamento cirúrgico da ruptura aguda do tendão de Aquiles

    OpenAIRE

    Ott, Rafael Duvelius

    2010-01-01

    Objetivo: Avaliar os efeitos de um protocolo acelerado de reabilitação (ACE) versus um protocolo tradicional de imobilização do tornozelo (TRA) sobre a função muscular e articular, após o tratamento cirúrgico da ruptura aguda do tendão de Aquiles. Método: 37 pacientes com diagnóstico de ruptura aguda do tendão de Aquiles foram submetidos ao tratamento cirúrgico aberto com reparo término-terminal pela técnica de Krackow. Após a cirurgia, foram divididos em dois grupos: no grupo ACE foi utiliza...

  13. Fístula bilio-duodenal pós colecistite aguda: Relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Araújo Fonte Boa

    2016-12-01

    Full Text Available As fístulas biliares internas espontâneas são comunicações estabelecidas entre qualquer segmento da árvore biliar e dos órgãos abdominais. Elas constituem uma afecção rara apesar de compreender uma complicação da colecistite, patologia freqüente da prática cirúrgica. As fístulas bilioentericas ocorrem em 3-5% dos doentes com colelitíase, sendo 68% destas bilioduodenais. O objetivo desse manuscrito é relatar um caso de fístula bilioduodenal complicada com hemobilia e hemorragia digestiva, descrevendo a conduta adotada. Os dados foram coletados entre dezembro/2015 a abril/2016 através da analise de prontuário fornecido pelo Hospital Universitário Sul Fluminense (HUSF. Trata-se de um paciente masculino, 75 anos, atendido no HUSF-Vassouras/RJ com diagnóstico sindrômico de abdome agudo inflamatório por colecistite aguda, submetido a tratamento conservador para regressão da inflamação peri-colecística, diminuindo assim, o risco de lesões iatrogênicas da árvore biliar em posterior cirurgia. Evoluiu com melena, que foi investigada por endoscopia digestiva alta onde foi observada úlcera de bulbo duodenal com drenagem de secreção purulenta pela sua luz; e tomografia computadorizada de abdome que evidenciou presença de aerobilia indicando presença de fístula bileodigestiva. O tratamento conservador consistiu-se em antibioticoterapia e reposição volêmica, optado devido à remissão do quadro de colecistite após desobstrução pela fístula, devido à hemorragia que cessou espontaneamente e também pelo risco da realização do procedimento cirúrgico em paciente idoso com intensa resposta inflamatória sistêmica. Não é comum na literatura médica a ocorrência de fístulas biliodigestivas com sinais e sintomas hemorrágicos. O quadro clínico geralmente é inespecífico e frequentemente atrasado devido à falta de sinais e sintomas patognomônicos.

  14. Há evidências favorecendo o uso de betabloqueadores e dobutamina na insuficiência cardíaca aguda?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Santana Passos

    2013-02-01

    Full Text Available Diversos estudos relataram os benefícios dos betabloqueadores (BB para pacientes com insuficiência cardíaca sistólica. No entanto, muitos pacientes hospitalizados em decorrência de insuficiência cardíaca aguda já estão usando os BB e requerem dobutaminas para hipotensão arterial e baixo débito cardíaco. Portanto, deve-se tomar uma decisão a respeito de se o BB deve ser mantido ou até mesmo iniciado nesses casos. O objetivo deste estudo foi determinar se há provas que sustentem a segurança e a eficácia dos BB junto com a dobutamina para pacientes com insuficiência cardíaca aguda descompensada (ICAD. Foi realizada uma pesquisa na literatura de língua inglesa nas bases de dados MEDLINE, ISI Web of Science, Biblioteca Virtual em Saúde, Cochrane Library e o Portal de Revistas Científicas do Capes para identificar estudos relacionados. Literatura adicional foi obtida mediante a análise das respectivas referências encontradas nos artigos identificados. Os resultados esperados incluíram informações sobre o prognóstico (intra-hospitalar e na mortalidade no acompanhamento, número de dias de internação e reinternação, eficácia e segurança (agravamento dos sintomas, choque, intolerância do uso concomitante desses medicamentos em pacientes hospitalizados com ICAD e baixo débito cardíaco. Esta análise incluiu nove estudos. No entanto, não foram encontrados ensaios clínicos randomizados sobre o assunto. A maioria dos estudos inclui baixo número de pacientes, e não foram encontrados estudos que abordem a segurança do uso concomitante desses medicamentos. Os dados resultantes sugerem que uma cuidadosa revisão da literatura não forneceu evidências para o uso sistemático de BB em pacientes com síndrome de baixo débito cardíaco que necessitam de suporte inotrópico com dobutamina.

  15. Leucemia mielóide aguda (LMA secundária à trombocitemia essencial (TE: um relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Gil Cliquet

    2015-10-01

    Full Text Available Introdução: A trombocitemia essencial é classificada como pertencente ao grupo de distúrbios mieloproliferativos clássicos BCR/ABL negativos. A progressão para leucemia aguda é rara (<2% e é considerada, na maioria das vezes, no contexto da terapia leucemogênica. A transformação em leucemia pode demorar de 1,7 a 16 anos. Relato de caso: Paciente de 56 anos, do sexo feminino. Apresentou plaquetose de 655.000/mm3. Foram afastadas causas reacionais de plaquetose e solicitados exames como mutação da JAK2 (V617F presente, biópsia de medula óssea e cariótipo (Ph1 negativo, que mostraram-se compatíveis com diagnóstico de Trombocitemia Essencial. Em 2008 foi iniciado tratamento com Hidroxiureia mas a pedido da paciente houve mudança para Anagrelide. Como o controle com esse medicamento foi inadequado (plaquetose chegando a 1.000.000/mm3, foi reiniciando tratamento com Hidroxiureia, obtendo-se boa resposta, apesar do uso irregular.Em Maio de 2015 retornou ao serviço com hemograma de Março apresentando anemia (11,5g/dl, neutrófilos no limite inferior (1617/mm3 e plaquetas de 285.000/mm3. Apesar da suspensão da hydroxiureia por 1 semana, evoluiu com piora do hemograma, passando a apresentar pancitopenia. Foi solicitada avaliação de medula, resultando em diagnóstico de Leucemia Mielóide Aguda do tipo M6 com características de Síndrome Mieloproliferativa Crônica e de Síndrome Mielodisplasica e 20% de blastos Paciente veio a óbito por sangramentos e sepse após o primeiro ciclo. Conclusão: Apesar de pouco frequente, a transformação da Trombocitemia Essencial pode ocorrer e a observação constante desses pacientes deve sempre procurar alterações que possam sugerir esta complicação.

  16. Calcio sérico total y calcio corregido como predictores de severidad en pancreatitis aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.A. Gutiérrez-Jiménez

    2014-01-01

    Conclusiones: El CT y CCA tomados en las primeras 24 h son útiles como predictores de severidad en pancreatitis aguda, con valores de S y predictivos comparables o superiores a los de las escalas pronósticas tradicionales.

  17. Embolectomía en una embolia pulmonar aguda masiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Carnero Alcázar

    2007-07-01

    Full Text Available Presentamos el caso de un varón de 57 años que, en el seno de un meningioma microcítico, padece una tromboembolia pulmonar masiva aguda con inestabilidad hemodinámica. Dado el riesgo de hemorragia por el tumor craneal, se contraindica la terapia fibrinolítica y se procede a practicar embolectomía pulmonar. Ésta se realiza bajo anestesia general, con canulación convencional y bajo hipotermia moderada. Se extrae émbolo en el tronco de la arteria pulmonar y con catéter de Fogarty se extraen émbolos en ramas lobares y segmentarias. Discutimos la asociación de enfermedad tromboembólica con determinadas neoplasias y el tratamiento de la tromboembolia pulmonar

  18. Epidemia de infección respiratoria aguda observaciones hospitalarias

    OpenAIRE

    Chavarría Milanés, José Fernando; Mata, Leonardo; Mohs Villalta, Edgar; Ramírez, Giselle; Lizano, Lucía

    1985-01-01

    artículo -- Universidad de Costa Rica. Instituto de Investigaciones en Salud, 1985 Se describe la clínica, tratamiento y complicaciones de 81 niños lactantes con infección respiratoria aguda. Los niños provenían del cantón central de San José y fueron admitidos en el Hospital Nacional de Niños del 10 de noviembre al 15 de diciembre de 1983. Se encontró un 57% de varones y un 43% de mujeres; los más afectados fueron los niños menores de 3 meses. Más de la mitad de los niños egresó con el di...

  19. Acidosis láctica severa y leucemia aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David Loja

    2004-03-01

    Full Text Available Reportamos el caso de una paciente de 27 años de edad con leucemia linfoblástica aguda, quien presentó acidosis láctica severa como complicación metabólica. Ella acudió con desnutrición severa, anemia marcada y síndrome consuntivo. No había compromiso del sistema reticuloendotelial y un mielograma inicial fue normal. Estos factores retardaron el diagnóstico y obligaron a ampliar el diagnóstico diferencial. La sospecha de neoplasia hematológica asociada a acidosis láctica sin causa aparente permitió reevaluar el caso con un nuevo mielograma y establecer el diagnóstico.

  20. Isquemia aguda de miembros inferiores secundaria a ergortismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franco J. Vallejo, MD

    2011-11-01

    Full Text Available Paciente de género femenino, de 21 años de edad, quien ingresó por dolor progresivo e intenso en miembros inferiores, y refirió antecedente reciente de ingestión de derivados del ergot. Al examen físico se observó ausencia de pulsos en ambos miembros inferiores. Por angiotomografia se documentó disminución severa, generalizada y bilateral, del calibre de los vasos arteriales de miembros inferiores. Se diagnosticó isquemia arterial aguda secundaria a ergotismo y se inició tratamiento con vasodilatadores y calcio-antagonistas, que resolvió los síntomas en su totalidad.

  1. Sumário de atualização da II Diretriz Brasileira de Insuficiência Cardíaca Aguda 2009/2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Westerlund Montera

    2012-05-01

    Full Text Available Nos últimos dois anos, observamos diversas modificações na abordagem diagnóstica e terapêutica dos pacientes com Insuficiência Cardíaca aguda (IC aguda, o que nos motivou quanto à necessidade da realização de um sumário de atualização da II Diretriz Brasileira de Insuficiência Cardíaca Aguda de 2009. Na avaliação diagnóstica, o fluxograma diagnóstico foi simplificado e foi fortalecido o papel da avaliação clínica e ecocardiograma. Na avaliação clínico-hemodinâmica admissional, o ecocardiograma hemodinâmico ganhou destaque no auxilio da definição dessa condição no paciente com IC aguda na sala de emergência. Na avaliação prognóstica, os biomarcadores tiveram seu papel mais bem estabelecido, e a síndrome cardiorrenal teve seus critérios e valor prognóstico mais bem definidos. Os fluxogramas de abordagem terapêutica foram revistos, tornando-se mais simples e objetivos. Dentre os avanços na terapêutica medicamentosa destacam-se a segurança e a importância da manutenção ou introdução dos betabloqueadores na terapêutica admissional. A anticoagulação, de acordo com as novas evidências, ganha um espectro maior de indicações. O edema agudo de pulmão tem bem estabelecido os seus modelos hemodinâmicos de apresentação com suas distintas formas de abordagens terapêuticas, com novos níveis de indicação e evidência. No tratamento cirúrgico da IC aguda, a revascularização miocárdica, a abordagem das lesões mecânicas e o transplante cardíaco foram revistos e atualizados. Este sumário de atualização fortalece a II Diretriz Brasileira de Insuficiência Cardíaca Aguda por mantê-la atualizada e rejuvenescida. Todos os clínicos cardiologistas que lidam com pacientes com IC aguda encontrarão na diretriz e em seu sumário de atualização importantes instrumentos no auxílio da prática clínica para o melhor diagnóstico e tratamento de seus pacientes.

  2. Importância da resitência insulínica na hepatite C crônica Insulin resistance in chronic hepatitits C

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edison Roberto Parise

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar a importância da resistência insulínica no desenvolvimento da hepatite C crônica e sua interferência na resposta ao tratamento antiviral de pacientes infectados pelo vírus da hepatite C. FONTE DE DADOS: Revisão bibliográfica de trabalhos publicados pelo MEDLINE e dados dos próprios autores. SÍNTESE DE DADOS: Nos últimos anos, grande número de publicações tem demonstrado importante associação entre resistência insulínica e hepatite C crônica. Aumento na prevalência de diabetes mellitus tipo 2, desenvolvimento de esteatose hepática (principalmente nos pacientes com infecção pelo genótipo não-3, progressão mais rápida da doença e redução na taxa de resposta virológica sustentada ao tratamento com interferon peguilado e ribavirina, têm sido todos associados à presença de resistência insulínica nos pacientes infectados pelo vírus da hepatite C. A produção aumentada de fator de necrose tumoral pelo core do vírus da hepatite C é o principal mecanismo responsável pelo aparecimento da resistência insulínica. O fator de necrose tumoral afetaria a fosforilação do substrato do receptor de insulina diminuindo a captação de glicose e acarretando hiperinsulinemia compensatória. Aumento da siderose hepática e alterações dos níveis circulantes das adipocitocinas podem ter efeito adicional sobre a sensibilidade à insulina na hepatite C crônica. CONCLUSÕES: O diagnóstico e o tratamento da resistência insulínica nesses pacientes podem não só evitar o aparecimento das complicações, mas também prevenir a progressão da doença e, possivelmente, aumentar a taxa de resposta virológica sustentada ao tratamento com interferon peguilado e ribavirina.OBJECTIVE: To revise the importance of insulin resistance in the development of chronic hepatitis C and its interference in the response to the antiviral treatment of these patients. DATA SOURCE: Bibliographic revision of published papers in the

  3. Avaliação da toxicidade aguda do extrato aquoso do pó do mesocarpo de Orbignya phalerata Mart (babaçu)

    OpenAIRE

    dos Santos e Silva, Ana Paula; de Sousa, Geane Felix; Mendes de Freitas, Rivelilson; Cunha Nunes, Lívio César

    2012-01-01

    Objetivos: os efeitos da administração aguda oral do extrato aquoso do pó obtido do mesocarpo de Orbignya phalerata Mart foram investigados sobre parâmetros bioquímicos e hematológicos em camundongos Swiss machos. Métodos: os animais (n= 5-7/grupo) foram tratados por via oral com as doses de 1, 2 e 3 g/kg de peso corporal, observados durante 24 h e em seguida foi feita a coleta do sangue para avaliação dos parâmetros bioquímicos e hematológicos. Resultados: o tratamento com extrato aquoso do ...

  4. Comunicação e educação nas consultas de crianças com infecções respiratórias agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Alves de Carvalho

    2011-08-01

    Full Text Available Este estudo objetivou identificar as orientações de cuidado à criança com infecções respiratórias agudas (IRA e descrever o processo de comunicação entre profissionais e mães na consulta. Os dados foram coletados em Unidades Básicas de Saúde, em entrevistas e observação de consultas de enfermeiras e médicos a crianças com IRA. Os resultados mostram orientações variáveis e incompletas entre os profissionais, predominantemente prescritivas e centradas na doença, principalmente no tratamento medicamentoso. A comunicação é centrada no profissional, o que não favorece um processo educativo emancipatório. Conclui-se a necessidade de incluir esses conteúdos na formação inicial e permanente dos profissionais.

  5. Apendicite aguda: achados na tomografia computadorizada - ensaio iconográfico Acute appendicitis: computed tomography findings - an iconographic essay

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Eustáquio Montandon Júnior

    2007-06-01

    Full Text Available A apendicite aguda é a causa mais comum de dor abdominal aguda que requer intervenção cirúrgica no mundo ocidental. O diagnóstico precoce é essencial para minimizar a morbidade da doença. O uso dos métodos de imagem significou grande avanço no diagnóstico desta entidade, até então avaliada apenas com base na história clínica, exame físico e dados laboratoriais, haja vista que 20% a 33% dos pacientes apresentam sintomas atípicos. O diagnóstico é mais difícil nas crianças, nos idosos e nas mulheres em idade fértil. Os principais métodos de imagem para sua avaliação são a ultra-sonografia e a tomografia computadorizada. Os objetivos deste trabalho são: descrever a fisiopatologia da doença, comentar os principais aspectos técnicos da tomografia computadorizada, demonstrar e ilustrar os achados tomográficos e citar os principais diagnósticos diferenciais.Acute appendicitis is the most important cause of abdominal pain requiring surgical intervention in the Western world. The early diagnosis of this disease is of paramount relevance for minimizing its morbidity. Imaging methods have represented a huge progress in the diagnosis of this entity, which used to be based essentially on clinical history, physical examination and laboratory tests results, considering that 20% to 33% of patients present with atypical symptoms. Diagnostic difficulty is higher in children, the elderly, and women in childbearing age. The main imaging methods for evaluation of acute appendicitis are ultrasound and computed tomography. The present study is aimed at describing the disease physiopathology, commenting main computed tomography technical aspects, demonstrating and illustrating tomographic findings, and describing main differential diagnoses.

  6. Disfunção endotelial causada pela pressão aguda de distensão em veias safenas humanas utilizadas para revascularização do miocárdio Endothelium dysfunction caused by acute pressure distension of human saphenous vein used for myocardial revascularization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Viaro

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar as alterações morfofuncionais induzidas por pressão de distensão, em veias safenas humanas utilizadas para revascularização do miocárdio. MÉTODO: Foram estudadas veias safenas de 20 pacientes, distribuídas em quatro grupos experimentais: controle, 100, 200 e 300 mmHg, submetidos a distensões pressóricas com solução de Krebs por 15 segundos. A metodologia utilizada incluiu: 1 Imunohistoquímica do CD34; 2 Estudo in vitro da reatividade vascular em câmaras de órgãos. RESULTADOS: Os principais achados experimentais foram: 1 A partir da pressurização com 200 mmHg, observou-se uma tendência à diminuição da expressão do CD34, tornando-se estatisticamente significante com 300 mmHg; 2 Não houve comprometimento da contratilidade e dos relaxamentos estudados in vitro. CONCLUSÕES: Embora o estudo in vitro não tenha demonstrado comprometimento da reatividade vascular das veias estudadas, o estudo imunohistoquímico do CD34 mostrou que existe disfunção endotelial com pressurizações de 300 mmHg.OBJECTIVE: To study morphofunctional alterations induced by brief pressure increases in human saphenous veins utilized in coronary artery bypass grafting. METHOD: Saphenous veins of 20 patients undergoing coronary artery bypass grafting, were distributed into four experimental groups, control, 100 mmHg, 200 mmHg and 300 mmHg, and submitted to pressure distention over 15 seconds using Krebs solution. The evaluation included CD34 immunohistochemistry and an In vitro vascular reactivity study in organ chambers. RESULTS: The main experimental findings were 1 From pressures of 200 mmHg there was a tendency to reduce the CD34 expression which became statistically significant at 300 mmHg; 2 There was no impairment of the contraction and relaxation as evidenced by in vitro vascular reactivity tests. CONCLUSION: Although vascular reactivity impairment was not demonstrated in vitro, the CD34 expression, measured by

  7. História natural da hepatite crônica B Natural history of chronic hepatitis B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Ferraz da Fonseca

    2007-12-01

    Full Text Available Estima-se que existam 350 milhões de portadores crônicos do VHB distribuídos ao redor do mundo. Três fases de infecção crônica pelo VHB são reconhecidas: fase de imunotolerância (HBsAg e HBeAg positivos, altos títulos de HBV-DNA, ALT normal e não evidência de doença hepática ativa; fase imunoativa ou de hepatite crônica B (HBsAg e HBeAg positivos, altos títulos de HBV-DNA, ALT elevada e evidência de doença hepática ativa; fase de portador inativo do VHB ou assintomático (HBsAg no soro sem o HBeAg , títulos do HBV-DNA An estimated 350 million people worldwide are chronically infected with hepatitis B virus (HBV. Three phases of chronic hepatitis B virus infection is are recognized: the immune tolerant phase (HBeAg-positive, high levels of serum HBV-DNA, normal ALT, and no evidence of active liver diseases, the immune clearance phase or chronic hepatitis phase (HBeAg-positive, high levels of serum HBV-DNA, elevated ALT, and active liver disease , and the inactive carrier state or asymptomatic phase (HBsAg-positive in serum without HBeAg, HBV-DNA levels than < 10(5 copies/mL, and normal ALT levels. Chronic hepatitis B is classified into 2 major forms: HBeAg-positive disease (wild-type HBV and HBeAg negative disease (pre-core/core promoter HBV variant. Both forms can lead to liver cirrhosis, hepatic decompensation and liver cancer. The purpose of this article is to review the principal aspects of natural history of chronic hepatitis B.

  8. A sepse como causa de lesão renal aguda: modelo experimental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Ferreira Pinto

    2012-10-01

    Full Text Available A sepse associada à falência de múltiplos órgãos como a lesão renal aguda (LRA demonstra alta taxa de mortalidade no paciente crítico. Este estudo investigou a LRA induzida pela sepse em modelo experimental. Foram utilizados ratos da raça Wistar, adultos e machos divididos nos seguintes grupos: Controle - controle cirúrgico e Sepse - indução da sepse pela ligadura e punção do cécon (LPC. Foram avaliados os parâmetros fisiológicos (temperatura retal, pressão arterial média - PAM, glicemia sérica e fluxo urinário; a função renal (clearance de creatinina; o estresse oxidativo (peróxidos urinários e substâncias reativas com ácido tiobarbitúrico - TBARS e realizada a análise histológica renal. O estudo conclui que a LRA induzida pela sepse caracteriza-se por lesão endotelial com disfunção hemodinâmica, liberação de mediadores inflamatórios e geração de espécies reativas de oxigênio (EROs por células tubulares, caracterizando-se como uma associação de vasoconstrição renal de origem hemodinâmica e inflamatória.

  9. Leucemia mieloide aguda versus ocupação profissional: perfil dos trabalhadores atendidos no Hospital de Hematologia de Recife

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Queliane Gomes da Silva Carvalho

    2011-12-01

    Full Text Available O estudo objetivou conhecer o perfil dos trabalhadores em faixa etária economicamente ativa admitidos de 1997 a 2007 em hospital de hematologia com diagnóstico de leucemia mieloide aguda (LMA; verificar as profissões com maior prevalência entre os trabalhadores atendidos que foram a óbito e identificar os riscos ocupacionais compatíveis com o aparecimento da LMA nas profissões prevalentes. Estudo exploratório de natureza quantitativa. A maior parte dos perfis caracterizou-se por ser procedente do agreste e da região metropolitana do estado, do sexo masculino, pertencente à raça branca e com grau de escolaridade fundamental incompleto. As ocupações de maior destaque foram aquelas relacionadas à agricultura e ao trabalho doméstico, sendo as substâncias químicas utilizadas no processo de trabalho de ambas, de acordo com a literatura, possíveis fatores envolvidos no desencadeamento da patologia.

  10. Manifestações músculo-esqueléticas como apresentação inicial das leucemias agudas na infância Musculoskeletal manifestations as the onset of acute leukemias in childhood

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cássia Maria Passarelli Lupoli Barbosa

    2002-12-01

    Full Text Available Objetivo: estudar a prevalência e as características clínicas e laboratoriais dos pacientes com manifestações músculo-esqueléticas na apresentação inicial das leucemias agudas. Métodos: estudo de casos prevalentes, retrospectivo, descritivo, no qual foram avaliados pacientes com diagnóstico de leucemia aguda, atendidos no Instituto de Oncologia Pediátrica da UNIFESP, de novembro de 1999 a fevereiro de 2000. As queixas músculo-esqueléticas foram investigadas através de um questionário. Os dados referentes ao exame físico e provas laboratoriais, no início da doença, foram obtidos através da revisão de prontuários. Resultados: sessenta e uma crianças foram incluídas neste estudo, sendo que 93% apresentavam leucemia linfóide aguda, e 7% leucemia mielóide aguda. Trinta e oito crianças (62% apresentaram dor músculo-esquelética no início da doença. Artrite foi observada em 8 casos (13%. A média de articulações acometidas foi 2,5 (variando de 1 a 6, sendo as mais acometidas os joelhos, os tornozelos e os cotovelos. Três pacientes (4,9% apresentavam hemograma normal, 54 (88% hemoglobina baixa (em 6 pacientes foi a única alteração, leucopenia em 14 (22%, leucocitose em 26 (42%, e plaquetopenia em 46 (75% pacientes. Oito pacientes (13% mostravam blastos em sangue periférico. Conclusão: as queixas músculo-esqueléticas são manifestações iniciais freqüentes das leucemias agudas, e devem ser consideradas no diagnóstico diferencial da dor em membros e das artrites agudas ou crônicas da infância. Os exames laboratoriais podem ser inicialmente normais, tornando ainda mais difícil esta diferenciação.Objective: to study the frequency, the clinical features and laboratory exams of patients with musculoskeletal symptoms at the onset of acute leukemia. Methods: retrospective, descriptive study including patients diagnosed with acute leukemia, and treated at the Institute of Pediatric Oncology of UNIFESP, carried out

  11. Insuficiencia renal aguda obstructiva: Estudio de 42 pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Caravia Pubillones

    1997-04-01

    Full Text Available Se revisaron las historias clínicas de 42 pacientes ingresados en el Servicio de Cuidados Intensivos del Instituto de Nefrología con el diagnóstico de insuficiencia renal aguda obstructiva (IRAO, con 1 ó 2 riñones funcionantes. Los pacientes estudiados estaban entre la 5ta y la 7ma década de la vida, con una mayor incidencia en el sexo masculino. La causa más frecuente de IRAO fue la litiasis renal (47,62 %, seguida por las enfermedades tumorales que infiltraban los uréteres (28,57 %. Se empleó tratamiento médico en 9 pacientes y el resto (33 fueron sometidos a tratamiento quirúrgico. Las principales complicaciones fueron sépticas con un franco predominio de las infecciones del tractus urinario (38,5 %. Hubo 3 fallecidos, 2 de ellos por complicaciones cardiovasculares. Del total de insuficiencias renales agudas que se atendieron en nuestro Centro, el 10,6 % correspondió a IRAO. La efectividad del tratamiento quirúrgico empleado fue del 94,4 % de curación en los pacientes atendidosMedical records of 42 patients admitted to the Intensive Care Unit of the Institute of Nephrology diagnosed as having acute obstructive renal failure with 1 or 2 kidneys functioning, were revised. Patients studied ware at the 5th and 7th decade of life with a greater incidence in males. The most frequent cause of acute obstructive renal failure was renal lithiasis (47.62 %, followed by tumor diseases which were infiltrating the ureters (28.57 %. Medical treatment was employed in 9 patients and the remaining (33 were submitted to surgical treatment. The main complications were septic with predominance of urinary tract infections (38.5 %. Three patients died, 2 of them as a result of cardiovascular complications. Of the total number of cases presenting with acute renal failure and treated in our center, 10.6 % had an acute obstructive renal failure. The effectiveness of the surgical treatment performed was 94.4 % of healing in patients treated for this

  12. Dor abdominal aguda como manifestação de violência física em lactente: alerta aos pediatras Dolor abdominal agudo como manifestación de violencia física en lactante: alerta a los pediatras Acute abdominal pain as a manifestation of physical violence in an infant: alert to pediatricians

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Gomes de Souza

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Alertar os pediatras e residentes de Pediatria quanto à possibilidade da ocorrência de violência contra a criança por meio do relato de um caso clínico. DESCRIÇÃO DO CASO: Paciente de 18 meses deu entrada à emergência com dor abdominal e vômitos há 48 horas. O exame abdominal revelou dois orifícios e massa pequena endurecida. O raio X de abdome mostrou imagem compatível com três objetos metálicos. Duas agulhas e um prego sem cabeça foram removidos da cavidade abdominal por meio de laparotomia. COMENTÁRIOS: O diagnóstico foi realizado no segundo atendimento médico, provavelmente por não ter sido aventada a possibilidade de lesão intencional no primeiro. A violência física é um diagnóstico diferencial a ser pensado nos quadros de dor abdominal em crianças. Ressalta-se a importância de aprimorar a formação do residente de Pediatria e dos pediatras em geral para a abordagem da violência contra a criança, de forma que estejam mais preparados para o acionamento da linha de cuidado em situações de violência.OBJETIVO: Alertar a los pediatras y médicos internos en Pediatría respecto a la posibilidad de ocurrencia de violencia contra el niño por medio del relato de un caso clínico. DESCRIPCIÓN DEL CASO: Paciente con 18 meses llevado a la emergencia por dolor abdominal y vómitos hace 48 horas. El examen abdominal reveló dos agujeros y masa pequeña endurecida. Rayo-X abdominal mostró imagen compatible con tres objetos metálicos. Dos agujas y un clavo sin cabeza fueron removidos de la cavidad abdominal mediante laparotomía. COMENTARIOS: El diagnóstico se realizó en la segunda atención médica, probablemente por no haber sido aventada la posibilidad de lesión intencional en la primera atención. La violencia física es un diagnóstico diferencial que se debe tener en cuenta en los cuadros de dolor abdominal en niños. Se subraya la importancia de perfeccionar la formación del médico interno en

  13. Vacinação em pacientes com diabetes mellitus na atenção primária à saúde: cobertura e fatores associados

    OpenAIRE

    Arrelias, Clarissa Cordeiro Alves; Bellissimo-Rodrigues, Fernando; Lima, Letícia Cristina Lourenço de; Rodrigues, Flávia Fernanda Luchetti; Teixeira, Carla Regina de Sousa; Zanetti, Maria Lucia

    2018-01-01

    RESUMO Objetivo Analisar a cobertura vacinal de pacientes com diabetes mellitus para as vacinas recomendadas pelo Programa Nacional de Imunizações e as variáveis associadas. Método Estudo transversal, com 255 pacientes de unidade básica de saúde, da região sudeste do Brasil, realizado em 2015. Utilizou-se o Sistema Informatizado de Gestão em Saúde para identificação da vacinação contra influenza, pneumococo, hepatite B, febre amarela, sarampo/caxumba/rubéola e difteria/tétano. Realizou-se...

  14. Experiments with mathematical models to simulate hepatitis A population dynamics under different levels of endemicity Modelagem matemática para simular a dinâmica populacional da hepatite A de acordo com diferentes níveis de endemicidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Alves de Guimaraens

    2005-10-01

    Full Text Available Heterogeneous access to sanitation services is a characteristic of communities in Brazil. This heterogeneity leads to different patterns of hepatitis A endemicity: areas with low infection rates have higher probability of outbreaks, and areas with higher infection rates have high prevalence and low risk of outbreaks. Here we develop a mathematical model to study the effect of variable exposure to infection on the epidemiological dynamics of hepatitis A. Differential equations were used to simulate population dynamics and were numerically solved using the software StellaTM. The model uses parameters from serological surveys in the Greater Metropolitan Rio de Janeiro, in areas with different sanitation conditions. Computer simulation experiments show that the range of infection rates observed in these communities are characteristic of high and low levels of hepatitis A endemicity. We also found that the functional relationship between sanitation and exposure to infection is an important component of the model. The analysis of the public health impact of partial sanitation requires a better understanding of this relationship.Acesso heterogêneo a serviços sanitários é uma característica de comunidades brasileiras. Essa heterogeneidade promove diferentes níveis de exposição ao vírus da hepatite A, resultando em padrões variados de endemicidade: áreas com taxas altas de infecção possuem tendência para ocorrência de endemismo, enquanto taxas de infecção baixas mostram tendência para surtos. Neste trabalho, apresentamos um modelo matemático desenvolvido para estudar o efeito do risco variado de exposição na dinâmica epidemiológica da hepatite A. Equações diferenciais foram usadas para simular a dinâmica populacional e sua solução numérica obtida usando-se o programa Stella®. O modelo usa parâmetros de infecção obtidos de estudos realizados na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, em áreas com diferentes condi

  15. Otitis media aguda: nuevo enfoque terapéutico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ileana Alvarez Lam

    2004-03-01

    Full Text Available La otitis media aguda continúa siendo una de las enfermedades infecciosas más frecuentes en la infancia. Se hace una revisión del tema haciendo énfasis en la conducta terapéutica actual luego del surgimiento de complejos mecanismos de resistencia bacteriana creados por los microorganismos causantes de la enfermedad. Como toda enfermedad infecciosa las esperanzas están cifradas en el surgimiento de una vacuna que impacte de forma positiva en nuestra población infantil. En tal sentido se hace una reflexión sobre el uso de la vacuna antineumocócica de 7 valencias (Prevnar y su repercusión sobre esta enfermedad.Acute otitis media is still one of the most common infectious diseases among children. A review of the topic is made giving emphasis to the present therapeutic conduct after the appearance of complex mechanisms of bacterial resistance created by the microorganisms causing the disease. As in every infectious disease, we place our hopes on the emergence of a vaccine with a positive impact on our infantile population. In this sense, a reflection is made on the use of the heptavalent antipneumococcic vaccine (Prevnar and its repercussion on this disease.

  16. Uso de bicarbonato e lactato-L para correção da acidose metabólica sistêmica em bovinos com acidose láctica ruminal aguda Use of bicarbonate and lactate L for correction of systemic metabolic acidosis in cattle with acute rumen lactic acidosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.L.R. Leal

    2007-08-01

    Full Text Available Foram utilizados seis novilhos, providos de cânula ruminal, em delineamento experimental cross-over, para comparar a eficiência de soluções de bicarbonato de sódio e lactato-L de sódio na correção da acidose metabólica sistêmica (AMS, causada pela acidose láctica ruminal (ALR. Vinte horas após, quando apresentavam intensa AMS, os animais foram distribuídos aleatoriamente e tratados com cinco litros de 150mMol/l de bicarbonato de sódio ou de lactato-L de sódio, infundidas por via intravenosa, nas quatro horas seguintes. Amostras de sangue, para hemogasometria, foram coletadas no decorrer da infusão a zero, 1, 2, 3, 4, 6 e 8 horas. Ambos os tratamentos elevaram o pH sangüíneo já na primeira hora pós-infusão, corrigindo adequadamente a AMS. O tratamento com lactato-L de sódio aumentou as concentrações de bicarbonato, TCO2 e EAB sangüíneos já na segunda hora pós-infusão; com o bicarbonato essa elevação ocorreu a partir da terceira hora. Não houve diferenças entre tratamentos para pH sangüíneo, bicarbonato, TCO2 e excesso de base. Vinte e quatro horas após o tratamento todos os novilhos apresentaram plena recuperação. O lactato-L pode substituir o bicarbonato na correção da AMS em novilhos com ALR.The efficiency of sodium bicarbonate or l-lactate for correcting systemic metabolic acidosis (SMA caused by rumen lactic acidosis (RLA was evaluated using six rumen-cannulated steers in a cross-over experimental design. RLA was induced by administration of sucrose, intraruminally. Twenty hours later when the animals developed an intense SMA, the steers were randomly distributed and treated intravenously either with 5l of 15 mMol/l sodium bicarbonate or L-lactate solution, infused throughout 4h. Blood samples were colleted throughout the infusion at zero, 1, 2, 3, 4, 6 and 8h, for blood gas analysis. After 1hour, both sodium bicarbonate and L-lactate solutions increased blood pH and corrected adequately the SMA. Blood

  17. Leucemia linfoblástica aguda (LLA durante a gravidez: um relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Gil Cliquet

    2015-10-01

    Full Text Available A incidência de Leucemia Linfoblástica Aguda (LLA associada à gestação é pequena, entretanto, devido à gravidade da doença, é fundamental que o obstetra esteja capacitado a orientar a conduta médica. O tratamento deve ser iniciado logo após o diagnóstico para que não haja prejuízo do prognóstico materno. Quando diagnosticada, sabe-se que haverá prejuízos fetais frente à quimioterapia a ser empregada. O dilema ético criado pela concomitância de neoplasias com a gestação é de difícil manejo. Objetivo: relatar o caso de uma gestante no primeiro trimestre com diagnóstico de LLA. Metodologia: as informações foram obtidas por meio de revisão do prontuário e da literatura. Relato: Relatamos o caso de uma gestante, 30 anos, com dores articulares no joelho e hemograma com pancitopenia. O mielograma e a imunofenotipagem foram compatíveis com Leucemia Linfoblástica B comum, quando a paciente estava com 12 semanas de gestação (ultrassom. A paciente foi informada sobre todos os riscos do tratamento quimioterápico para o feto, bem como os riscos maternos em postergar o tratamento. A partir da discussão entre a paciente, seus familiares e equipe médica, ela decidiu por iniciar o tratamento com protocolo BFM 86 modificado, assinando um termo de consentimento. Durante a Indução 2, foi diagnosticado óbito fetal por ultra-sonografia (21 semanas de gestação. A paciente continuou o tratamento com suporte psicológico e no momento encontra-se em remissão completa, iniciando a fase de consolidação do referido protocolo. Conclusão: Pretendemos alertar sobre a difícil decisão feita por uma paciente grávida com a LLA. Tal escolha deve ser feita com o amparo de toda a equipe médica e familiares dos pacientes, além de ser firmada por meio de um termo de consentimento.

  18. Lesão pulmonar aguda associada à transfusão Transfusion-related acute lung injury

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Fabron Junior

    2007-04-01

    Full Text Available Lesão pulmonar aguda associada à transfusão (transfusion-related acute lung injury, TRALI é uma complicação clínica grave relacionada à transfusão de hemocomponentes que contêm plasma. Recentemente, TRALI foi considerada a principal causa de morte associada à transfusão nos Estados Unidos e Reino Unido. É manifestada tipicamente por dispnéia, hipoxemia, hipotensão, febre e edema pulmonar não cardiogênico, que ocorre durante ou dentro de 6 h, após completada a transfusão. Embora o exato mecanismo não tenha sido totalmente elucidado, postula-se que TRALI esteja associada à infusão de anticorpos contra antígenos leucocitários (classes I ou II ou aloantígenos específicos de neutrófilos e a mediadores biologicamente ativos presentes em componentes celulares estocados. A maioria dos doadores implicados em casos da TRALI são mulheres multíparas. TRALI, além de ser pouco diagnosticada, pode ainda ser confundida com outras situações de insuficiência respiratória aguda. Um melhor conhecimento sobre TRALI pode ser crucial na prevenção e tratamento desta severa complicação transfusional.Transfusion-related acute lung injury (TRALI is a serious clinical syndrome associated with the transfusion of plasma-containing blood components. Recently, TRALI has come to be recognized as the leading cause of transfusion-related death in the United States and United Kingdom. This complication typically presents as shortness of breath, hypoxemia, hypotension, fever and noncardiogeneic pulmonary edema, all occurring during or within 6 h after transfusion. Although the mechanism of TRALI has not been fully elucidated, it has been associated with human leukocyte antigen antibodies (class I, class II or neutrophil alloantigens and with biologically active mediators in stored cellular blood components. Most of the donors implicated in cases of TRALI are multiparous women. Rarely diagnosed, TRALI can be confused with other causes of acute

  19. Dor neuropática em paciente com porfiria: relato de caso

    OpenAIRE

    Santos, Alysson B O; Gozzani, Judymara L; Groke, Daniela F

    2010-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As porfirias são um grupo de distúrbios herdados ou adquiridos que envolvem enzimas participantes do processo de síntese do heme. As manifestações agudas afetam o sistema nervoso, resultando em dor abdominal, vômitos, neuropatia aguda, convulsões e distúrbios mentais. A fisiopatogenia resulta do efeito tóxico dos precursores de porfirina, podendo ser desencadeada por fármacos usados de rotina na prática médica, restrição intensa de carboidratos e estresse metabólico...

  20. Proteína C reactiva e gravidade da bronquiolite aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. Costa

    2009-01-01

    Full Text Available Resumo: O diagnóstico de bronquiolite aguda é essencialmente clínico. A utilidade de exames laboratoriais, em particular do doseamento da proteína C reactiva (PCR, não está bem estabelecida.O objectivo deste trabalho foi avaliar a relação entre o valor da PCR e os marcadores indirectos de gravidade em doentes com diagnóstico de bronquiolite.Foram incluídos no estudo todos os doentes admitidos no Serviço de Pediatria do HSJ durante o ano de 2006 e que tiveram como diagnóstico principal bronquiolite, tendo sido feita uma revisão retrospectiva do processo clínico desses doentes.Foram incluídos 176 doentes com idades compreendidas entre zero e 36 meses (mediana de 4 meses; 63,1% eram do sexo masculino. O doseamento da PCR tinha sido efectuado em 94,3% dos doentes, com valores compreendidos entre zero e 256 mg/L e com mediana de 11 mg/L.O valor da PCR, na população estudada, apresentou uma relação estatisticamente significativa com a admissão em unidade de cuidados intensivos (UCI (p=0,008, a duração do internamento hospitalar (p=0,025 e a necessidade de oxigenoterapia (p=0,022.Desta forma, este trabalho coloca a hipótese de o valor de PCR poder ser um marcador de gravidade e ter significado prognóstico em doentes com bronquiolite. Mais estudos são necessários para validar estes resultados e esclarecer se existe uma relação real entre as variáveis estudadas ou se esta é produzida pelo efeito confundidor de outras infecções.Rev Port Pneumol 2009; XV (1: 55-65 Abstract: A diagnosis of bronchiolitis is made clinically and the use of supportive laboratory examinations, including the quantification of C reactive protein (CRP, is not well established.The aim of this study was to evaluate the correlation between CRP value and indirect markers of disease severity in patients with bronchiolitis.This study included the patients diagnosed with bronchiolitis admitted to the Pediatrics Department of S. João Hospital in 2006. A

  1. Aspectos nutricionais na lesão renal aguda Nutritional aspects in acute kidney injury

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Nogueira Berbel

    2011-10-01

    Full Text Available A avaliação nutricional é ferramenta indispensável para a monitoração e acompanhamento clínico do paciente com lesão renal aguda (LRA. A perda aguda da função renal interfere no metabolismo de todos os macronutrientes, propiciando situações pró-inflamatórias, pró-oxidativas e de hipercatabolismo. As principais alterações nutricionais no paciente com LRA são hipercatabolismo, hiperglicemia e hipertrigliceridemia, que, somadas às contribuições da doença de base, complicações e necessidade de terapia renal substitutiva, podem interferir na depleção nutricional do paciente. A desnutrição em pacientes com LRA está associada a maior incidência de complicações, maior tempo de internação e maior mortalidade. Entretanto, existem poucos estudos na literatura avaliando o estado nutricional de pacientes com LRA. Parâmetros antropométricos como índice de massa corporal, circunferência do braço e pregas cutâneas são de difícil interpretação, devido à alteração no estado de hidratação desses pacientes. Os parâmetros bioquímicos geralmente utilizados na rotina clínica também sofrem influência de fatores não nutricionais, como prejuízo da função hepática e estado inflamatório. Embora não existam dados prospectivos sobre o comportamento dos marcadores nutricionais, alguns autores conseguiram demonstrar associações de alguns parâmetros com desfecho clínico. A utilização de marcadores como albumina, colesterol, pré-albumina, IGF-1, aplicação da avaliação subjetiva global e cálculo do balanço nitrogenado parecem ser úteis como parâmetros de triagem para pior prognóstico e maior mortalidade em pacientes com LRA. Em pacientes com LRA em terapia renal substitutiva, uma oferta calórica em torno de 25 a 30 kcal/kg e oferta mínima de 1,5 g/kg/dia de proteínas é recomendada a fim de minimizar o catabolismo proteico e prevenir complicações metabólicas.Nutritional assessment is an

  2. Seroprevalence and risk factors for hepatitis B virus infection among general population in Northern India Soroprevalência e fatores de risco para infecção pelo vírus da hepatite B na população geral do nordeste da Índia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachna Behal

    2008-06-01

    uma significante causa de morbidade, responsável por mais de 1 milhão de casos, a cada ano. Dados epidemiológicos revelam que existem 360 milhões de portadores de vírus da hepatite B no mundo e 78% da população natural da Ásia. Embora vários estudos realizados na Ásia sub-continental tenham fornecido uma estimativa de prevalência desta infecção viral, existem poucos estudos que avaliam esta condição na população geral. OBJETIVO: Investigar a prevalência da infecção pelo víirus B da hepatite na população geral do nordeste da Índia. MÉTODOS: A população estudada compunha-se de 20.000 doadores de sangue sadios, selecionados através de positividade do antígeno de superfície da hepatite B (HBsAg, utilizando-se o kit ELISA de 3ª geração. A taxa de soroprevalência dos doadores soropositivos foi calculada e estratificada por idade, sexo e grupos sangüíneos. Análise estatística foi obtida usando-se testes de proporções, do qui ao quadrado e intervalo de confiança (CI. RESULTADOS: O estudo revelou que dos 20.000 doadores, 450 (2,25% eram HBsAg positivos (95% CI 2.0445-2.4554. Prevalência maior de HBsAg foi encontrada em homens (440/19235 do que em mulheres (10/765. A prevalência por faixa etária aumentou de 1,78% (108/6058 em doadores entre 19 a 25 anos, para máximo de 3,03% (96/3161 naqueles entre 35-45 anos e decresceu nos grupos de maior idade. Os picos foram detectados em doadores masculinos de 35-45 anos e em mulheres de 25-35 anos. O grupo de doadores Rh negativo (21/873 e o grupo Rh positivo (4299/19127 mostraram taxas de prevalência de HBsAg quase equivalentes. HBsAg foi mais prevalente no grupo de doadores de tipo sangüíneo B (174/7426 e menos no grupo de tipo sangüíneo AB (38/2032. CONCLUSÃO: Verificou-se que variáveis incluindo gênero e idade foram significantemente associadas à positividade do HBsAg e que esta não foi estatisticamente associadas aos grupos sangüíneos ABO.

  3. Análise da produção científica sobre Hepatite B na pós-graduação de enfermagem Análisis de la producción cientifica sobre Hepatitis B en el post-grado de enfermería Analysis of the scientific production on Hepatitis B in post-graduate nursing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ayla Maria Calixto de Carvalho

    2008-08-01

    Full Text Available Pesquisa bibliográfica, com enfoque na hepatite B, com o objetivo de identificar onde estão sendo realizadas estas pesquisas; qual a natureza, o tipo e a ênfase de estudo. Pesquisou-se na base de dados CEPEn e Banco de Teses da CAPES, no período de 2000 a 2006, utilizando os descritores: hepatite B e vacina contra hepatite B. Encontrou-se 21 pesquisas, dois centros de pesquisa concentram os estudos, Universidade de São Paulo (47,6% e Universidade Federal de Goiás (23,8%. Os estudos foram desenvolvidos em curso de mestrados (95,2 % e doutorado (4,8%, a maioria deles é de natureza quantitativa (95,2%. Quanto à ênfase do estudo, 61,9 % são relacionados a acidente ocupacional e 19,0 % a estudos com soroprevalência da hepatite B.Investigación bibliográfica, con enfoque en la hepatitis B, con el objetivo de identificar dónde están siendo realizadas estas investigaciones; cuál es la naturaleza, el tipo y el énfasis del estudio. Se investigó en la base de datos CEPEn y Banco de Tesis de la CAPES, en el período de 2000 a 2006, utilizando las palabras clave: hepatitis B y vacuna contra hepatitis B. Se encontró 21 investigaciones, dos centros de investigación concentran los estudios, Universidad de San Paulo (47,6% y Universidad Federal de Goiás (23,8%. Los estudios desarrollados en el curso de maestría (95,2% y doctorado (4,8%, la mayoría de ellos son de naturaleza cuantitativa (95,2%. En cuanto el énfasis del estudio, 61,9% son relacionados a accidente ocupacional y 19,0% a estudios con soroprevalência de la hepatitis B.A bibliographic study focusing on Hepatitis B, aiming to identify where the studies are taking place, their nature, type and the emphasis of the studies was undertaken. Research was done through the CEPEn Thesis Bank for the period of 2000 through 2006,using the descriptors: "Hepatitis B" and "Hepatitis B Vaccine". Twenty-one (21 studies were found concentrated in two centers of study: University of São Paulo

  4. Abdomen agudo ocasionado por apendicitis aguda de probable origen tuberculoso. Informe de un caso

    OpenAIRE

    Montiel-Jarquín, Álvaro José; Alvarado-Ortega, Iván; Romero-Figueroa, María del Socorro; Rodríguez-Pérez, Fabiola; Rodríguez-Lima, Felipe; Loria-Castellanos, Jorge

    2017-01-01

    RESUMEN Antecedentes: la apendicitis aguda tuberculosa es una enfermedad rara, constituye de 0,001 % a 0,01 % de las formas clínicas de tuberculosis. Se presenta un caso de apendicitis aguda probablemente tuberculosa como causa de abdomen agudo quirúrgico. Caso clínico: hombre de 29 años con cuadro de dolor abdominal leve a moderado que se intensificó y localizó en el hemiabdomen derecho, claudicación, febrícula, vómito, mal estado general, leucocitosis de 11 300/µL y neutrofilia de 91 %....

  5. Intoxicación aguda por hidrato de hidracina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santiago Nogué Xarau

    2008-06-01

    Full Text Available Se aporta un caso de exposición aguda, debido a un vertido accidental de unos 25 litros de hidrato de hidracina, que el trabajador estuvo recogiendo sin ningún tipo de equipo de protección individual. El trabajador presentó alteraciones bucales, cutáneas y dolores abdominales difusos. De las pruebas complementarias únicamente se detectó un aumento de la bilirrubina total con predominio de la indirecta. Se le separó de la exposición, se le administró un tratamiento sintomático y en un periodo de un mes se recuperó íntegramente. Se comenta los principales casos de intoxicación por hidracina descritos en la literatura médica y se enfatiza en las medidas preventivas que se deben tomar para evitar casos como éste.We report a case of poisoning by acute exposure to hydrazine hydrate in a worker clearing up an accidental spillage of about 25 litres of the product who had no type of individual protective equipment. The patient presented buccal and cutaneous involvement and diffuse abdominal pain. Complementary tests were unremarkable except for an increase in total bilirubin with a predominance of indirect bilirubin. The patient was removed from the occupational exposure, symptomatic treatment was administered and the patient recovered completely after one month. We review the main reported cases of hydrazine poisoning and emphasize the preventive measures that should be taken to avoid this type of poisoning.

  6. Dacriocistitis aguda neonatal (1996-2005 Acute neonatal dacryocystitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zoila del S López Díaz

    2006-12-01

    Full Text Available Se realizó un estudio longitudinal y retrospectivo en diez años (1996-2005, de todos los neonatos cuyo motivo de ingreso en nuestra Unidad de Cuidados Intensivos Neonatales fue ser portadores de dacriocistitis aguda. Se obtuvo los siguientes resultados: incidencia 0,04 c/ 100 ingresos. Predominio: edades entre 7-27días (sepsis tardía, sexo femenino 66,6 %, nacidos de embarazos a término y con buen peso al nacer 100 %. Etiología no precisada 83,3 %. Tratamiento utilizado: antibioticoterapia (penicilina + gentacina, 4 pacientes, 66,6 %, (unasyn, 1 paciente, 16,6 %, (amoxicilina + unasyn + gentamicina, 1 paciente, 16,6 %; uso de inmunoglobulina humana en 2 pacientes. Complicaciones: celulitis facial y periorbitaria 66,6 %; absceso periorbitario 33,3 %; fiebre (33,3 % y obstrucción nasal 16,6 %. Evolución satisfactoria con seguimiento por Oftalmología después del egreso hospitalario, en 100 % de los casosA retrospective longitudinal study of all neonates admitted to our Intensive Care Unit because they suffered from acute dacryocystitis was performed for 10 years (1996-2005. The results were as follows: incidence rate of 0,04 per 100 admissions; prevalence: 7-27d age groups (late sepsis, females with 66,6%; neonates born to term pregnancies and with good birthweight in 100%. Inaccurate etiology in 83,3 %. Treatment: antibiotic therapy (penicilline + gentamycin in 4 paients, 66,6%, (unasyn, one patient, 16,6 %, (amoxycillin + unasyn +gentamycin, 1 patient, 16.6 %. Use of human immunoglobulin in 2 patients. Complications: facial and periorbital cellulitis, 66,6%; periorbital abscess 33,3 %; fever (33,3 % and nasal obstruction (16,6 %. Satisfactory recovery with ophtalmological follow-up after discharge from hospital in 100 % of cases

  7. Uso de antimicrobianos en la enfermedad diarreica aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enrique A. González Corona

    1996-04-01

    Full Text Available Se realizó un estudio sobre el estado actual del uso de antimicrobianos en el Servicio de Enfermedades Diarreicas Agudas del Hospital Infantil Docente Sur de Santiago de Cuba, durante el período comprendido entre marzo y agosto de 1992. El universo estuvo integrado por 427 pacientes ingresados, de los cuales sólo 13,1 % requirió el empleo de estos medicamentos: 9,4 % por infección enteral y 3,7 % por extraenteral bacteriana. Más de la tercera parte de los afectados curaron con alimentación continuada y rehidratación, en su mayoría oral, y fueron las diarreas persistentes y disentéricas las que más frecuentemente condicionaron su administración. El criterio clínico fue determinante en su indicación.A study was carried out on the current state of the use of microbicidals in the Acute Diarrhea Service of the Southern Educational Children's Hospital at Santiago de Cuba, during the period between March and August 1992. The universe was integrated by 427 inpatients, of which only the 13,1 % required the use of these drugs: 9,4 % due to enteral infection, and 3,7 % due to bacterial extraenteral infection. More than the third part of the patients healed with continuous feeding and rehydration, mostly oral, and the persistent and dysenteric diarrheas conditioned most frequently its administration. The clinical criterion was determining in its indication.

  8. Problemas identificados en el manejo de la enfermedad diarreica aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Coronel Carbajal

    2000-08-01

    Full Text Available Se realizó un estudio retrospectivo de corte transversal en el Hospital "Armando E. Cardoso", en el período de 1 año (Mayo 98-Febrero 99. Este estudio consistió en encuestar a 256 madres de niños con diarreas agudas con el objetivo de identificar las costumbres inapropiadas que aún persisten en el manejo ambulatorio de las enfermedades diarreicas. Al concluir el estudio se pudo apreciar cómo en el 56,3 % de los pacientes hubo mal manejo alimentario, además solo el 12,1 % de las madres buscaron orientación médica en las primeras 24 horas. En este estudio se pudo conocer que el 100 % de las madres saben que las soluciones de rehidratación oral (SRO forman parte del tratamiento de la EDA, pero solo el 42 % conoce que previenen la deshidratación, además solo un 25 % conoce de otros líquidos que reemplazan el uso de las soluciones de rehidratación oralA cross-sectional study was conducted at the "Armando E. Cardoso" Hospital from May, 1998, to February,1999. 256 mothers of children with acute diarrhea were surveyed in order to identify the inappropiate costums that still exist in the ambulatory management of diarrheal diseases. A poor food management was observed in 56.3% of the patients and only 12.1% of the mothers looked for medical advice during the first 24 hours. It was possible to know through this study that 100% of the mothers know that oral rehydration solutions (ORS are part of the treatment of ADD, but only 42% know that the drug also prevents dehydration. Just 25% know about other fluids that replace the use of oral rehydration solutions

  9. Use of tacrolimus in rescue therapy of acute and chronic rejection in liver transplantation Uso de tacrolimus na terapia de resgate de rejeições agudas e crônicas no transplante de fígado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabricio Ferreira Coelho

    2003-01-01

    Full Text Available PURPOSE: To study the indications and results of tacrolimus as rescue therapy for acute cellular or chronic rejection in liver transplantation. PATIENTS AND METHODS: Eighteen liver transplant recipients who underwent rescue therapy with tacrolimus between March 1995 and August 1999 were retrospectively studied. The treatment indication, patients, and graft situation were recorded as of October 31st, 1999. The response to tacrolimus was defined as patient survival with a functional graft and histological reversal of acute cellular, or for chronic rejection, bilirubin serum levels decreasing to up to twice the upper normal limit. RESULTS: Fourteen cases (77.8% presented a good response. The response rate for the different indications was: (1 acute cellular + sepsis - 0/1 case; (2 recurrent acute cellular - 1/1 case; (3 OKT3-resistant acute cellular - 2/2 cases; (4 steroid-resistant acute cellular + active viral infection - 3/3 cases; (5 chronic rejection - 8/11 cases (72.7% response rate. The 4 patients who did not respond died. CONCLUSION: Tacrolimus rescue therapy was successful in most cases of acute cellular and chronic rejection in liver transplantation.OBJETIVO: Estudar os critérios de indicação e o resultado do uso de tacrolimus na terapia de resgate de rejeições agudas ou crônicas no transplante de fígado. CASUÍSTICA E MÉTODO: Foram estudados 18 pacientes transplantados de fígado, submetidos a terapia de resgate com tacrolimus entre março de 1995 e agosto de 1999. Foram registradas a indicação do tratamento e a situação de pacientes e enxertos em 31/10/1999. Considerou-se "respondendores" pacientes vivos, com enxerto funcionante e regressão histológica da terapia de resgate de rejeições agudas, ou com bilirrubina até 2 vezes o valor normal, no caso de terapia de resgate de rejeições crônicas. RESULTADO: Observou-se resposta em 14 casos (77,8%. A taxa de resposta nas diferentes indicações foi: (1 terapia de resgate

  10. Pneumonia eosinofílica aguda com evolução para síndroma de dificuldade respiratória aguda: caso clínico

    OpenAIRE

    J.P.F. Baptista; P.C. Casanova; J.P.A. Sousa; P.J. Martins; A. Simões; V. Fernandes; J. Souto; J.J. Costa; A. Rebelo; L. Carvalho; J. Pimentel

    2004-01-01

    RESUMO: Os autores apresentam um caso de pneumonia eosinofílica aguda (PEA) associada a síndroma de dificuldade respiratória aguda grave num adolescente previamente saudável, medicado com nitrofurantoína. A PEA deve ser incluída no diagnóstico diferencial da pneumonia adquirida na comunidade, bem como na lista das patologias causadoras de síndroma de dificuldade respiratória aguda, e o seu diagnóstico deve ser sugerido pela presença de alveolite eosinofílica no líquido de lavagem broncoalveol...

  11. Injúria Renal Aguda no paciente politraumatizado Acute Renal Injury in polytrauma patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Gomes Romano

    2013-03-01

    Full Text Available A Injúria Renal Aguda (IRA no contexto do paciente politraumatizado ocorre, na maioria das vezes, por uma conjuntura de fatores que passam por eventos correlacionados à ressuscitação volêmica inicial, ao grau de resposta inflamatória sistêmica associada ao trauma, ao uso de contraste iodado para procedimentos diagnósticos, à rabdomiólise e à síndrome compartimental abdominal. Atualmente, passamos por uma fase de uniformização dos critérios diagnósticos da IRA com o Acute Kidney Injury Network (AKIN, sendo a referência mais aceita. Consequentemente, o estudo da IRA no politraumatismo também passa por uma fase de reformulação. Esta revisão da literatura médica visa trazer dados epidemiológicos, fisiológicos e de implicação clínica para o manuseio destes pacientes, bem como expor os riscos do uso indiscriminado de expansores volêmicos e particularidades sobre a instituição de terapia renal substitutiva em indivíduos sob risco de hipertensão intracraniana.Acute Kidney Injury (AKI in trauma is, in most cases, multifactorial. Factors related to the initial ressuscitation protocol, degree of the systemic inflamatory response to trauma, contrast nephropathy in diagnostic procedures, rhabdomyolysis and abdominal compartment syndrome are some of those factors. Nowadays a uniformization in diagnostic criteria for AKI has been proposed by the Acute Kidney Injury Network (AKIN and as a result the incidence of AKI and its impact in outcomes in trauma patients also needs to be reconsider. In this review we aim to approach epidemiologic, physiologic and clinical relevant data in the critical care of patients victims of trauma and also to expose the risks of indiscriminate use of volume expanders and the interaction between renal replacement theraphy and intracranial hypertension.

  12. Intoxicaciones agudas graves en un servicio de medicina intensiva durante doce años

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Palazón Sánchez

    2000-01-01

    Full Text Available Conocer 12 epidemiología de las u~tux~- aciones agudas graves en un servicio de medicina intensiva y evaluar el pronóstico de la PCR y mortalidad asociada a los distintos tóxicos.

  13. Efectividad de la magnetoterapia como tratamiento en pacientes con lumbalgia aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raidel González Rodríguez

    2015-05-01

    Full Text Available Son numerosos los pacientes aquejados de algias vertebrales, tanto lumbares como dorsales y cervicales. Se realizó esta investigación con el objetivo de determinar la efectividad de la magnetoterapia como tratamiento en la lumbalgia aguda, en pacientes atendidos en el policlínico universitario “Raúl Sánchez” de la provincia de Pinar del Río, Cuba. Se realizó un estudio descriptivo, prospectivo, de corte transversal en pacientes con lumbalgia aguda, pertenecientes a dicha área de salud. La muestra quedó conformada por 68 pacientes de ambos sexos con lumbalgia aguda, diagnosticados clínicamente y mayores de 17 años de edad. En la investigación predominó el sexo femenino (67,6 % y el rango de edad estuvo entre 40 y 49 años. El esfuerzo físico fue el principal factor desencadenante (47,1 %. Con el tratamiento de la magnetoterapia aplicado a los pacientes se redujeron los estadios del dolor. La mayoría de los pacientes presentaron una respuesta clínica excelente y mejoraron los síntomas entre los siete y diez días (61,8 %. No se reportaron efectos adversos. La magnetoterapia resultó efectiva en el tratamiento de pacientes aquejados de lumbalgia aguda

  14. Incidencia de la enfermedad diarreica aguda en menores de cinco años

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayelín Ávila Labrada

    2015-05-01

    Full Text Available La enfermedad diarreica aguda es motivo frecuente de consulta pediátrica, representando un problema grave de salud pública. Los agentes infecciosos son causa frecuente de diarrea aguda. Se realizó un estudio descriptivo, retrospectivo sobre la prevalencia de la enfermedad diarreica aguda en menores de cinco años, atendidos en la clínica “Simón Bolívar” en la ciudad de Mariara del municipio Diego Ibarra, Carabobo, Venezuela; en el periodo comprendido entre enero de 2008 y diciembre de 2012, lo cual ofreció información de cinco años completos. La prevalencia de la enfermedad diarreica aguda disminuyó significativamente en el intervalo 2009-2011, sin embargo, se caracterizó por tener la mayor prevalencia en los años extremos, 2012 y 2008, por ese orden. Los varones y los del grupo de uno a cuatro años fueron los que más incidieron en cada uno de los años estudiados

  15. Fisiopatología de la diarrea aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raúl L. Riverón Corteguera

    1999-06-01

    Full Text Available Es un artículo de revisión de los aspectos importantes de la fisiopatología de la diarrea. Se hace una descripción de la fisiopatología intestinal que incluye la anatomía del intestino y de su superficie de absorción y la estructura funcional de la mucosa intestinal. La fisiopatología normal de los líquidos intestinales. Mecanismo de absorción del agua y los electrólitos. Absorción de sodio por difusión electrogénica, unido al ion cloro, intercambio con el ion hidrógeno y unido a sustancias orgánicas como glucosa, aminoácidos y algunos oligopéptidos; secreción intestinal de agua y electrólitos. Control intracelular de la secreción. Mediadores y moduladores extracelulares del transporte intestinal. Factores que aumentan la absorción y reducen la secreción. Factores que estimulan la secreción y reducen la absorción Mecanismo fisiopatológico de la diarrea. Clasificación de la diarrea infecciosa aguda: acuosa secretoria y osmótica; diarrea con sangre invasiva y no invasiva.This a review of some important aspects of the physiopathology of diarrhea. A description is made of the intestinal physiopathology, including the anatomy of the intestine and of its surface of absorption, as well as the functional structure of the intestinal mucosa: the normal physiopathology of the intestinal fluids; the mechanism of absorption of water and electrolites; the absorption of sodium by electrogenic difussion, joined to the chloride ion; the interchange with the hydrogen ion and attached to organic substances, such as glucose, aminoacids and some oligopeptides; the intestinal secretion of water and electrolites; the intracellular control of secretion, the extracellular mediators and modulators of intestinal transport; the factors that increase absorption and reduce secretion; the factors that stimulate secretion and absorption; and the physiopathological mechanism of diarrhea. The classification of acute infectious diarrhea in aqueous

  16. Ocorrência de lesão pulmonar aguda relacionada com transfusão (TRALI - Transfusion Related Acute Lung Injury em pós-operatório de mastectomia com reconstrução microcirúrgica de mama Aparecimiento de lesión pulmonar aguda relacionada con la transfusión (TRALI - Transfusion Related Acute Lung Injury en postoperatorio de mastectomía con reconstrucción micro quirúrgica de mama Transfusion-related acute lung injury (Trali after mastectomy with microsur-gical breast reconstruction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Garcia Sluminsky

    2009-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Após sua descrição há mais de 20 anos, a TRALI - transfusion related acute lung injury - tornou-se, nos Estados Unidos e na Inglaterra, a principal causa de morbidade e mortalidade relacionada com transfusão sanguínea. Por não existirem dados confiáveis com relação à sua epidemiologia no Brasil, seu diagnóstico é difícil, pois seu quadro clínico é variado e não há dados laboratoriais específicos. Sendo assim, os relatos de casos tornam-se importantes. É o primeiro relato dessa reação transfusional, neste situação cirúrgica, indexado na base de dados LILACS. RELATO DO CASO: Paciente do sexo feminino, 36 anos, submetida à mastectomia com reconstrução microcirúrgica de mama sob anestesia geral. Logo após o término da transfusão de concentrado de hemácias, na sala de recuperação pós-anestésica, evoluiu com insuficiência respiratória, não necessitando reintubação traqueal. Foi realizado tratamento de suporte em unidade de terapia intensiva após serem descartadas outras hipóteses diagnósticas. Evoluiu bem, recebendo alta hospitalar no quarto dia de pós-operatório, sem seqüelas. CONCLUSÕES: Ressalta-se a importância da realização criteriosa de transfusão sanguínea, pois, apesar da transmissão de doenças ser rara, a ocorrência de TRALI é muito freqüente, contudo subestimada pela diversidade de hipóteses diagnósticas. Por isso é salutar o conhecimento e divulgação dessa doença, sobretudo em nosso meio.JUSTIFICATIVAS Y OBJETIVOS: Después de su descripción hace más de 20 años, la TRALI - Transfusion Related Acute Lung Injury se convirtió, en los Estados Unidos de América y en Inglaterra, en la principal causa de morbidez y mortalidad relacionada con la transfusión sanguínea. Por el hecho de no haber datos confiables con relación a su epidemiología en Brasil, su difícil diagnóstico, al cuadro clínico variado y la ausencia de datos de laboratorio espec

  17. Vasculite mesentérica em paciente com lúpus eritematoso sistêmico juvenil

    OpenAIRE

    Albuquerque-Netto, Adão F.; Cavalcante, Erica G.; Sallum, Adriana M. E.; Aikawa, Nádia E.; Tannuri, Uenis; Silva, Clovis Artur Almeida da

    2013-01-01

    A vasculite mesentérica lúpica (VML) é uma rara causa de dor abdominal aguda. Há poucos relatos de caso demonstrando VML em adultos e, particularmente, em crianças e adolescentes. No entanto, para o nosso conhecimento, a prevalência dessa grave vasculite em uma população pediátrica com lúpus ainda não foi estudada. Portanto, dados de 28 anos consecutivos foram revisados e incluídos 5.508 pacientes em seguimento no Hospital da Faculdade de Medicina da Univesidade de São Paulo (FMUSP). Identifi...

  18. Hemograma e proteínas de fase aguda de bezerros sadios do nascimento aos 30 dias de idade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaís G. Rocha

    2013-12-01

    Full Text Available O conhecimento da dinâmica das alterações nos parâmetros hematológicos e na cinética das proteínas de fase aguda em animais saudáveis nas primeiras semanas de vida é essencial para a interpretação correta dessas avaliações em situações de morbidez e para diferenciar animais sadios e enfermos de forma confiável. Com o intuito de avaliar a cinética desses parâmetros no primeiro mês de vida de bezerros de corte sadios, filhos de vacas primíparas ou pluríparas, amostras de sangue foram coletadas antes da ingestão de colostro e 1, 2, 7, 15 e 30 dias após o nascimento. Os parâmetros eritrocitários foram influenciados pelo número de partos das vacas e o leucograma mostrou alterações características de influência do cortisol fetal liberado por ocasião do nascimento. O teor sérico de proteína total aumentou significativamente após a ingestão do colostro. As concentrações de ceruloplasmina, haptoglobina e proteínas de pesos moleculares 33 kDa e 23 kDa aumentaram significativamente no primeiro dia de vida, seja pela resposta ao nascimento ou pela ingestão do colostro, enquanto os teores de transferrina, albumina e α1-glicoproteína ácida mantiveram-se relativamente estáveis nos primeiros dias de vida, aumentando gradualmente até os 30 dias de idade.

  19. Complicações orbitárias em pacientes com sinusite aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Voegels Richard Louis

    2002-01-01

    Full Text Available Introdução: As complicações orbitárias das sinusites permanecem como tópico importante dentro da otorrinoloringologia, a despeito do decréscimo de sua prevalência observado após o advento da antibioticoterapia. Objetivo: Tendo por objetivo determinar as características clínicas e terapêuticas nos casos de sinusites complicadas. Forma de estudo: Clínico prospectivo randomizado. Material e método: Realizamos um estudo retrospectivo de 128 pacientes internados nos últimos 15 anos na Divisão de Clínica Otorrinolaringológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. A maior parte destes pacientes eram crianças ou adultos jovens (82,81% dos pacientes tinham menos de 30 anos de idade e 57,81% eram do sexo masculino. Todos os pacientes apresentaram evolução satisfatória, sem seqüelas tardias. Conclusão: Observamos que o diagnóstico precoce destas patologias é importante, bem como o é a instituição de terapêutica adequada e agressiva (clínica ou cirúrgica. É a ação conjunta destes dois fatores que irá promover uma diminuição da morbimortalidade destas afecções.

  20. Uso de terapias não convencionais no manejo da crise aguda de asma refratária Non-conventional therapies to manage refractory acute asthma attack

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    RAQUEL HERMES ROSA OLIVEIRA

    2002-09-01

    Full Text Available Uma paciente em crise aguda de asma, refratária ao uso de beta2-agonista inalatório e intravenoso, aminofilina intravenosa e corticóide, em ventilação mecânica, foi tratada com métodos terapêuticos não convencionais: broncoscopia, lavado broncoalveolar com N-acetilcisteína e ventilação com halotano. Houve melhora dos parâmetros ventilatórios após o lavado e a resolução do broncoespasmo ocorreu após a anestesia, propiciando a extubação e alta da UTI. É feita uma revisão da literatura sobre o uso desses métodos na crise aguda de asma.A patient with an acute asthma attack refractory to inhaled and intravenous beta2-agonist, aminophylline and corticosteroids was submitted to mechanical ventilation and treated with non-conventional therapies: bronchoscopy with bronchoalveolar lavage using N-acetylcysteine and halothane inhalation. The ventilatory parameters improved after lavage, however, bronchospasm resolution occurred only after anesthesia which was followed by extubation and discharge from the ICU. A review of the use of these non-conventional therapeutic modalities for the management of acute asthma attack is presented.

  1. Acute pulmonary injury induced by experimental muscle trauma Lesão pulmonar aguda induzida por trauma muscular experimental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Andréa da Silva Carvalho Sombra

    2011-01-01

    Full Text Available PURPOSE: To develop an easily reproducible model of acute lung injury due to experimental muscle trauma in healthy rats. METHODS: Eighteen adult Wistar rats were randomized in 3 groups (n=6: G-1- control, G-2 - saline+trauma and G-3 - dexamethasone+trauma. Groups G-1 and G-2 were treated with saline 2,0ml i.p; G-3 rats were treated with dexamethasone (DE (2 mg/kg body weight i.p.. Saline and DE were applied 2h before trauma and 12h later. Trauma was induced in G-2 and G-3 anesthetized (tribromoethanol 97% 100 ml/kg i.p. rats by sharp section of anterior thigh muscles just above the knee, preserving major vessels and nerves. Tissue samples (lung were collected for myeloperoxidase (MPO assay and histopathological evaluation. RESULTS: Twenty-four hours after muscle injury there was a significant increase in lung neutrophil infiltration, myeloperoxidase activity and edema, all reversed by dexamethasone in G-3. CONCLUSION: Trauma by severance of thigh muscles in healthy rats is a simple and efficient model to induce distant lung lesions.OBJETIVO: Desenvolver um modelo facilmente reprodutível de lesão pulmonar aguda decorrente de trauma muscular experimental em ratos sadios. MÉTODOS: Dezoito ratos Wistar adultos foram randomizados em 3 grupos (n=6: G-1-controle, G-2 - trauma+salina e G-3 - trauma+dexametasona. Grupos G-1 e G-2 foram tratados com salina 2,0 ml ip, G-3 ratos foram tratados com dexametasona (DE (2 mg/kg peso corporal ip. Salina e DE foram aplicadas 2h antes e 12h depois do trauma. Trauma foi induzido em ratos G-2 e G-3 anestesiados (tribromoetanol 97% de 100 ml/kg, i.p. por secção da musculatura anterior da coxa logo acima da articulação do joelho, preservando os grandes vasos e nervos. Amostras de tecido (pulmão foram coletadas para avaliação da mieloperoxidase (MPO, e exames histopatológicos. RESULTADOS: Vinte e quatro horas após a indução da lesão muscular houve um aumento significativo na infiltração de neutr

  2. Porfiria aguda intermitente: relato de caso e revisão da literatura Acute intermittent porphyria: case report and review of the literature

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela von Ah Lopes

    2008-12-01

    Full Text Available Porfiria aguda intermitente é patologia incomum, com conseqüências potencialmente graves se não reconhecida precocemente. Dentre as possíveis causas de indução de crises de porfiria, a redução da ingestão calórica é descrita na literatura. Relatamos um caso de porfiria aguda intermitente no pós-operatório tardio de gastroplastia indicada para tratamento da obesidade, revisando aspectos do diagnóstico e tratamento da patologia na unidade de terapia intensiva. Paciente feminina, 31 anos, com história de gastroplastia há 3 semanas admitida na unidade de terapia intensiva com rebaixamento do nível de consciência e desconforto respiratório. Evoluiu com agitação psicomotora, confusão mental, dor abdominal e tetraparesia proximal. Na investigação diagnóstica foi encontrado hiponatremia grave (92 mEq/L, hipomagnesemia, hipofosfatemia e hipocalcemia, urina turva, sem hematúria. Aventou-se hipótese de porfiria aguda, realizado dosagem do ácido delta-aminolevulínico e porfobilinogênio na urina de 24h, com elevação de ambos. Iniciado tratamento com dieta rica em carboidratos, sem utilizar hematina ou arginato de heme, devido à dificuldades no fornecimento destas medicações. Evoluiu com melhora clínica gradativa e recuperação completa da força muscular após 8 meses. A porfiria aguda intermitente possui sinais e sintomas comuns a muitas patologias clínicas e neuropsiquiátricas dificultando o diagnóstico, em especial quando estes se manifestam isoladamente. Assim, deve-se incluir a porfiria aguda intermitente no diagnóstico diferencial de distúrbios neurológicos, psiquiátricos e gastroenterológicos em crises, no qual todos os demais exames estejam normais. Atenção deve ser dada a pacientes submetidos à cirurgias, em especial cirurgia bariátrica que, além do estresse cirúrgico, limita substancialmente a ingesta calórica podendo desencadear crises. Não há descrito na literatura, até o momento, nenhum

  3. Atuação dos enfermeiros na dor aguda torácica: Revisão integrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joao Carlos Alves dos Santos

    2016-12-01

    Full Text Available A dor torácica é uma queixa comum nos serviços de saúde e os enfermeiros devem estar preparados para o primeiro atendimento bem como o cuidado de maior duração nas unidades especializadas ou não para o atendimento integral. Objetivou-se analisar a produção da literatura nacional sobre a realidade da ação do enfermeiro na dor torácica aguda sugestiva de síndrome coronariana aguda nos serviços de saúde. O trabalho trata-se de uma revisão integrativa realizada na base de dados da Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS no portal eletrônico da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS. Utilizaram-se os descritores em português. Selecionaram-se publicações no corte temporal, de 2011 à 2016. Foram sistematizados por intermédio de um instrumento, seguido de leitura com análise textual, temática e interpretativa dos dados. Encontraram-se ao todo 359 produções científicas. Todavia, apenas 10 estudos foram selecionados e revisados conforme os critérios de inclusão. A maioria das produções fizeram apontamentos assinalando proposições ou lacunas sobre as contri­buições de sua pesquisa para literatura. Identificou-se que dentro da atuação do enfermeiro frente à síndrome coronariana aguda destacam-se o cuidado sistematizado individualizado; conhecimento sobre exames e medicações e aspectos de relação do paciente com o agravo cardíaco na perspectiva individual, socioeconômica e psicológica. Existem poucas produções nos últimos anos em detrimento da enorme relevância do tema e por se um tema constantemente atualizado. Vários domínios da enfermagem, em especial das atividades do enfermeiro, ainda não foram discutidas na literatura sobre a realidade do profissional com o tema abordado. Entretanto, a presente revisão integrativa pôde contribuir para a ampliação e disseminação de conhecimentos referentes à questão pesquisada, servindo de fonte de informação.The work of nurses in

  4. Toxoplasmose em primatas neotropicais: estudo retrospectivo de sete casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata A. Casagrande

    2013-01-01

    Full Text Available A toxoplasmose é considerada uma doença parasitária fatal em primatas neotropicais. O objetivo deste trabalho foi descrever, através de um estudo retrospectivo, os casos de toxoplasmose em primatas neotropicais. No período de 1999-2009 foram realizados 86 exames anatomopatológicos em primatas e a toxoplasmose foi a enfermidade mais comum (7/86, relatando-se um caso em sagui-do-tufo-preto (Callithrix penicillata e seis em bugio-ruivo (Alouatta guariba. Dois animais foram encontrados mortos e cinco morreram em poucos dias. Os sinais clínicos mais frequentes foram apatia e anorexia (5/7, distensão abdominal (4/7 e febre (3/7. Na necropsia observou-se esplenomegalia (4/7, hemorragia do trato digestório, linfonodos e bexiga (4/7, pulmões avermelhados (3/7 e hepatomegalia (2/7. No exame histopatológico evidenciou-se hepatite (7/7, esplenite (3/7, miocardite (2/7, enterite (2/7, linfadenite (1/7 e sialite (1/7 necróticas e, pneumonia intersticial (4/7. Em fígado, pulmões, baço, coração, linfonodos e glândula salivar havia taquizoítos de Toxoplasma gondii que foram também detectados pelo exame de imuno-histoquímica anti-T. gondii em fígado, baço e pulmões (5/7. A toxoplasmose pode causar alta mortalidade em colônias de primatas neotropicais e representar mais uma ameaça à conversação dessas espécies em cativeiro. Sendo assim, medidas preventivas devem ser tomadas para evitar a contaminação desses animais.

  5. Associação dos níveis de citocinas no pós-transplante de células-tronco hematopoiéticas com a Doença do Enxerto Contra o Hospedeiro aguda Association of cytokine levels with acute graft versus host disease following full match allogeneic stem cell transplantation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeane E. L. Visentainer

    2005-09-01

    Full Text Available Este estudo foi realizado para investigar se os níveis séricos de sIL-2R, TNF-alfa, IFN-gama, IL-6, IL-10 e TGF-beta1 estavam associados com o desenvolvimento de DECH (Doença do Enxerto Contra o Hospedeiro aguda. Os níveis de citocinas foram seqüencialmente mensurados por Elisa em 13 pacientes que haviam sido submetidos ao transplante alogênico de células progenitoras hematopoiéticas. Os níveis de sIL-2R e IL-10 da 1ª a 15ª semanas pós-transplante foram significativamente maiores no grupo que desenvolveu DECH aguda que naquele sem a doença. Os níveis de sIL-2R aumentaram em direta correlação com a pega do enxerto e ao tempo do DECH aguda, enquanto os níveis de IL-10 aumentaram transitoriamente pós-transplante. A média da concentração de TNF-alfa nas primeiras semanas após o transplante foi maior no grupo que desenvolveu DECH aguda. Além disso, uma queda dos níveis de TGF-beta1 após a pega esteve significativamente associada à DECH aguda. Nenhuma correlação foi encontrada entre DECH aguda e as outras citocinas investigadas. Estes resultados suportam a idéia de que um balanço entre as citocinas derivadas de linfócitos T auxiliadores do tipo 1 e 2 pode ser importante no desenvolvimento e controle da DECH aguda. Embora os níveis de sIL-2R, TNF-alfa, IL-10 e TGF-beta1 tenham sido correlacionados com a DECH aguda, os níveis de sIL-2R ao tempo da pega podem prover um melhor parâmetro para a detecção precoce de DECH aguda após o transplante alogênico.This study was performed to investigate whether the serum levels of sIL-2R, TNF-alpha, IFN-gamma, IL-6, IL-10, and TGF-beta1 are associated with the development of acute GVHD. Serum cytokine levels were sequentially measured by sandwich Enzyme Linked-Immuno-Sorbent Assay (Elisa in 13 patients who had received full match allogeneic stem cell transplantation. Serum sIL-2R and IL-10 levels from the 1st to the 15th week post transplantation were significantly higher in the

  6. Detección molecular de las translocaciones más comunes en Leucemia aguda mediante RT-PCR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. García

    2001-07-01

    Full Text Available Evaluar la incidencia de las translocaciones t(4;11, t(1;19, t(9;22 y t(12;21 en leucemia linfoide aguda (LLA y t(15;17, t(8;21 e Inv.(16 en leucemia mieloide aguda (LMA. Correlacionar los resultados obtenidos con el diagnóstico morfológico y citogenético.

  7. Effects of vitamin D in the prevention of acute viral bronchiolitis: systematic review = Efeitos da vitamina D na prevenção da bronquiolite viral aguda: revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rueda, Angélica Maria Barba

    2015-01-01

    Full Text Available Objetivos: Evidências publicadas sugerem que a suplementação da vitamina D pode ter efeito protetor nas infecções do trato respiratório inferior. O objetivo desta revisão foi avaliar os efeitos da ingestão de vitamina D na prevenção da bronquiolite viral aguda em crianças. Métodos: Foram feitas buscas nas bases de dados Medline, EMBASE, Web of Science, LILACS e Cochrane Central Register of Controlled Trials, até dezembro de 2014, usando os descritores "Vitamin D" ou cholecalciferol ou ergocalciferol e "bronchiolitis, viral" ou "viral bronchiolitis" ou "bronchiolitides, viral" ou "viral bronchiolitides". Foram incluídos estudos que avaliaram o efeito da ingesta da vitamina D na prevenção da bronquiolite viral aguda em crianças. Estudos com intervenção menor que duas semanas e artigos de revisão foram excluídos. Resultados: A busca identificou 241 artigos, entre os quais 20 artigos foram selecionados para leitura na íntegra e dois artigos foram incluídos na revisão sistemática, incluindo 296 crianças. Nenhum estudo mediu os níveis séricos de vitamina D. Um dos estudos incluídos foi um ensaio clinico, no qual o número de episódios de bronquiolite foi significativamente menor nas crianças suplementadas com vitamina D (Grupo I: média 0, 6±0, 7 Grupo II: média 1, 4 ±0, 9; P =0, 001. No outro, um estudo de casos e controles, não se encontrou relação significativa entre casos de bronquiolite viral aguda e ingesta de vitamina D (odds ratio 1, 7 – intervalo de confiança 95% 0, 7 - 4, 0. Conclusões: As evidências científicas atuais são insuficientes para comprovar os benefícios clínicos da vitamina D na prevenção da bronquiolite viral aguda

  8. Esofagitis necrosante aguda: análisis retrospectivo Acute esophageal necrosis: a retrospective case series

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Ramos

    2008-09-01

    Full Text Available Introducción: la esofagitis necrosante aguda es una entidad rara. Se reconoce por el aspecto negro difuso del esófago a la endoscopia. Su incidencia e patogénesis se desconoce. Pacientes y métodos: se analizaron retrospectivamente 11 pacientes con esofagitis necrosante aguda desde el punto de vista de los datos clínicos, de laboratorio y endoscopicos en 2 años. Resultados: se analizaron las endoscopias realizadas a 3.976 pacientes, observándose esofagitis necrosante aguda en 11 pacientes. El estado nutricional era malo en 6 pacientes. La resolución completa de la esofagitis se observó en cuatro pacientes. Durante el seguimiento se observó una estenosis en un paciente y un nuevo episodio de esofagitis necrosante aguda en otro paciente. Siete pacientes fallecieron, pero esta elevada mortalidad parece deberse a las enfermedades de base y no es atribuible a las lesiones de la esofagitis necrosante. Conclusiones: la incidencia de esofagitis necrosante aguda en nuestra serie fue 0,28%. La esofagitis necrosante aguda tiene una elevada mortalidad.Background: acute esophageal necrosis has been considered a rare event. It is defined as the presence of diffuse dark pigmentation of the esophagus on upper endoscopy. Its incidence has not yet been established. The pathogenesis remains unknown. Patients and methods: a retrospective analysis of clinical, laboratory, endoscopic, and histological data, and of the clinical course of 11 patients with acute necrotizing esophagitis was carried out over a 2-year period. Results: among 3,976 patients who underwent upper endoscopy, 11 (0.28% with acute esophageal necrosis were identified. Nutritional status was poor for 6 patients. Complete resolution of acute esophageal necrosis without further recurrence was observed in 4. One stricture appeared during follow-up and other patient developed new-onset acute esophageal necrosis. Seven patients died, but no death was directly related to acute esophageal necrosis

  9. Encefalomielite aguda disseminada - série de casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Miguel Gomes

    2017-07-01

    Conclusões: A análise desta série de casos sugere que a presença de infeção esteja associada à etiologia da ADEM. A RMN foi o estudo de escolha para diagnóstico e seguimento. O prognóstico foi excelente. A distinção entre ADEM e EM permanece um desafio.

  10. Uso de terapias não convencionais no manejo da crise aguda de asma refratária Non-conventional therapies to manage refractory acute asthma attack

    OpenAIRE

    RAQUEL HERMES ROSA OLIVEIRA; ALEXANDRE DE OLIVEIRA RIBEIRO; GUSTAVO ADOLPHO JUNQUEIRA AMARANTE; MIGUEL LIA TEDDE

    2002-01-01

    Uma paciente em crise aguda de asma, refratária ao uso de beta2-agonista inalatório e intravenoso, aminofilina intravenosa e corticóide, em ventilação mecânica, foi tratada com métodos terapêuticos não convencionais: broncoscopia, lavado broncoalveolar com N-acetilcisteína e ventilação com halotano. Houve melhora dos parâmetros ventilatórios após o lavado e a resolução do broncoespasmo ocorreu após a anestesia, propiciando a extubação e alta da UTI. É feita uma revisão da literatura sobre o u...

  11. Avaliação da toxicidade aguda e potencial neurotóxico do óleo-resina de copaíba (Copaifera reticulata Ducke, Fabaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camile Giaretta Sachetti

    Full Text Available O óleo-resina de copaíba obtido do gênero Copaifera L., Fabaceae, é largamente utilizado na medicina popular como antiinflamatório, antimicrobiano e antitumoral. Porém, informações sobre seu potencial tóxico são escassos na literatura. O objetivo deste estudo foi estabelecer a toxicidade oral aguda e os possíveis efeitos neurotóxicos relacionados à ingestão do óleo-resina de Copaifera reticulata Ducke, Fabaceae, em ratas Wistar. O estudo foi conduzido com quinze ratas nulíparas distribuídas nos grupos de doses 300 e 2000 mg/kg pc de óleo-resina administrado por gavagem. Os resultados obtidos mostraram que nestas doses não houve sinais clínicos de toxicidade ou neurotoxicidade, alteração no consumo de ração ou alteração no peso corpóreo. A dose letal aguda foi estimada como maior que 2000 mg/kg pc e classificada como categoria 5, segundo o Guia OECD 423. Estes resultados indicam que existe uma relativa margem de segurança para o uso do óleo-resina de copaíba como agente terapêutico, embora estudos toxicológicos adicionais sejam ainda necessários, principalmente com a administração repetida de baixas doses.

  12. Tratamento cirúrgico postergado da pancreatite aguda biliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Altenfelder Silva

    Full Text Available A análise do tratamento cirúrgico de doentes portadores de pancreatite biliar mostra a existência de controvérsias em relação à oportunidade da intervenção, principalmente se deve ser precoce ou postergada. Do mesmo modo, a possibilidade do emprego de procedimentos endoscópicos no pré, intra ou pós-operatório e o advento da videolaparoscopia, trouxeram novos aspectos à discussão. Não existe consenso sobre a escolha da melhor conduta. Em função disso, analisamos retrospectivamente os resultados imediatos de 107 doentes portadores de forma leve de pancreatite, todos com menos de três sinais de gravidade, segundo o critério de estratificação proposto por Ranson, e que foram submetidos ao tratamento cirúrgico postergado na mesma internação, no período de janeiro de 1988 a maio de 1999, tanto por via convencional como por via laparoscópica. Desses, 80 doentes (75% eram do sexo feminino, 90% da raça branca e a média de idade foi de 46 anos. Os doentes foram operados em média após 9,5 dias de internação e receberam alta hospitalar após 2,9 dias, o que resultou numa permanência hospitalar média de 12,6 dias. A colangiografia intra-operatória foi realizada em 102 casos (96% e a colangiografia endoscópica pré-operatória em 24 doentes (22,4%. Os resultados mostraram incidência de coledocolitíase em 25 casos (23%, taxa de morbidade de 12% e mortalidade nula. Dos 107 casos estudados, 64 (60% foram operados pela via de acesso convencional e 43 (40% pela via laparoscópica. A comparação dos resultados entre as vias de acesso empregadas mostrou diferença estatística significante em relação ao intervalo de tempo pós-operatório, que foi menor nos doentes submetidos à via de acesso laparoscópica. Concluímos, assim, que o tratamento cirúrgico postergado de doentes portadores de pancreatite biliar na forma leve apresenta baixas morbidade e mortalidade e pode ser feito tanto pela via convencional como pela via

  13. Insuficiência Hepática Aguda da Gravidez Experiência Clínica com Sete Casos Acute Liver Failure of Pregnancy ¾ Clinical Experience with Seven Cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Perosa

    2001-04-01

    Full Text Available Objetivos: avaliar a dificuldade diagnóstica, o tratamento e seu resultado em casos de insuficiência hepática aguda da gravidez. Métodos: sete pacientes com insuficiência hepática aguda da gravidez admitidas em nosso Serviço nos últimos quatro anos foram estudadas com ênfase nos sintomas presentes, achados laboratoriais, curso clínico, complicações maternas e sobrevida fetal. Resultados: a média de idade foi de 25,8 anos (sendo duas primigestas com idade gestacional média de 30,1. Destas, quatro receberam diagnóstico final de esteatose hepática aguda da gravidez e três de colestase intra-hepática da gravidez. Os principais sinais e sintomas encontrados foram: anorexia, náusea, dor abdominal, icterícia e encefalopatia. Ocorreu morte materna em dois casos: uma paciente por falência hepática enquanto aguardava órgão para transplante e outra por falência hepática, coagulopatia grave e choque hemorrágico após biópsia hepática. Uma paciente com esteatose hepática aguda evoluiu para cronicidade e encontra-se viva um ano após transplante hepático. Nos quatro casos restantes houve completa remissão do quadro com as medidas de suporte, associadas à interrupção da gravidez. As mortalidades materna e fetal foram, respectivamente, 28,6% e 57,1%. Conclusões: concluiu-se, nesta experiência inicial, que a insuficiência hepática aguda da gravidez constitui evento clínico grave, de elevada mortalidade materno-fetal, e que seu pronto reconhecimento e encaminhamento para centros terciários especializados em fígado, além da imediata interrupção da gestação, são fatores decisivos para o sucesso do tratamento.Purpose: to evaluate the diagnostic difficulties, treatment and outcome in cases of acute liver failure of pregnancy. Methods: seven patients with acute liver failure of pregnancy, managed during the past 4 years, were studied with emphasis on presenting symptoms, laboratory findings, clinical course, maternal

  14. Nutrição na pancreatite aguda : monografia : Nutrition in acute pancreatitis

    OpenAIRE

    Oliveira, Joana da Silva

    2009-01-01

    Resumo da tese:A pancreatite aguda (PA) é uma doença inflamatória aguda do pâncreas de etiologia multifactorial e pode ter atingimento local (PA ligeira a moderada) ou sistémico (PA grave). A magnitude da lesão pancreática, a presença e extensão da necrose e de infecção determinam o grau de gravidade. Prever a gravidade é fundamental para direccionar antecipadamente a terapêutica médica e nutricional. Na sua maioria, os episódios de PA são ligeiros a moderados, de resolução espontânea, enquan...

  15. Insuficiência renal aguda secundária a acidentes ofídicos botrópico e crotálico. Análise de 63 casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Faria Santos Amaral

    1986-08-01

    Full Text Available Sessenta e três pacientes com insuficiência renal aguda secundária a acidente ofídico foram tratados no CTI do Hospital das Clínicas da UFMG. Em 32 pacientes (51% o acidente foi produzido por serpentes do gênero Bothrops (grupo bio-trópico e em 32 pacientes (49% pela cascavel sul-americana (grupo crotálico. As principais complicações apresentadas pelos pacientes foram a uremia (100% dos casos, hiperpotassemia (89% dos casos, anemia (78% dos casos, infecção urinária (37% dos casos, hiper-hidratação (17% dos casos, parada cardíaca (14% dos casos e edema agudo dos pulmões (11% dos casos. Cinco pacientes do grupo crotálico (16% tiveram insuficiência respiratória aguda atribuída à ação neurotóxica do veneno, quatro dos quais se recuperaram completamente. Sete pacientes do grupo botrópico (22% tiveram necrose cortical renal diagnosticada em cinco através da biópsia renal e em dois na necropsia. Quarenta e cinco pacientes (71% foram tratados com diálise peritoneal e a hemodiálise foi necessária em dois pacientes, um dos quais havia sido submetido a diálise peritoneal. Em 17 pacientes (27% o tratamento foi conservador. Cinqüenta e cinco pacientes receberam alta hospitalar, quatro dos quais com insuficiência renal crônica secundária a necrose cortical renal e oito (13% faleceram. Os óbitos foram atribuídos a edema pulmonar agudo em quatro pacientes, a estado de choque em dois pacientes e a coma e infecção respiratória após parada cardíaca em dois pacientes.

  16. Perfiles clínicos y hemodinámicos en pacientes con falla cardiaca aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Eduardo Calderón

    2017-09-01

    Conclusiones: la falla cardíaca aguda descompensada es el perfil de presentación clínica más común en nuestra población con dos tercios del total de casos. El perfil hemodinámico más frecuente fue el “caliente y húmedo” (Stevenson B, resultados que concuerdan con lo observado en estudios locales y registros internacionales.

  17. Primeiro consenso brasileiro do tratamento da fase aguda do acidente vascular cerebral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    2001-01-01

    Full Text Available Este texto apresenta a síntese das conclusões do Iº Consenso Brasileiro do Tratamento da Fase Aguda do Acidente Vascular Cerebral (AVC. Tratou-se de reunião patrocinada e coordenada pela Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares, com neurologistas especializados nas doenças cerebrovasculares, que analisaram os principais itens da conduta dos AVC.

  18. Relación entre las infecciones respiratorias agudas altas y el asma bronquial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verónica Soler Fonseca

    Full Text Available Introducción: la infección respiratoria es la enfermedad más frecuente en los seres humanos, pues es responsable de la mitad de todas las enfermedades agudas. En Cuba al igual que en el resto del mundo, el asma bronquial constituye un importante problema de salud con incidencia relevante en los niños. Se señala que las infecciones virales están involucradas en la patogénesis del asma, sobre todo en el paciente pediátrico. Objetivo: identificar la influencia de las Infecciones Respiratorias Agudas Altas en la aparición y exacerbación de las crisis de asma bronquial. Métodos: se realizó un estudio descriptivo, transversal y prospectivo de los pacientes ingresados con asma bronquial en el servicio de enfermedades respiratorias del Hospital Pediátrico Docente de San Miguel del Padrón, durante todo el año 2008. Resultados: el tiempo de evolución de la IRAA más frecuente que desencadenó la crisis de asma bronquial fue de más de 7 días, con un 54,8 %. Un total de 188 pacientes presentaron rinofaringitis aguda catarral relacionada con la aparición de la crisis de asma bronquial, lo que representó el 82,4 % del total de la muestra. Conclusiones: predominó el grupo de 1 a 4 años con manifestaciones respiratorias altas de posible etiología viral sin diferencias apreciables en relación con el sexo. La mayoría de los pacientes que participaron en el estudio presentaron IRAA de etiología viral (Rinofaringitis, que precedieron la aparición y exacerbación de las crisis agudas de asma bronquial.

  19. Necessidades básicas das esposas de pacientes infartados na fase aguda do tratamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edna Ikumi Umebayashi Takahashi

    1990-12-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo exploratório que teve por finalidade as necessidades básicas das esposas de pacientes infartados, na fase aguda do tratamento. Foi utlizado como referencial para análise os conceitos de Nacessidades Básicas de MASLOW. Os resultados permitiram identificar como principais necessidades afetadas das esposas: segurança, amor e gregária, estima.

  20. NECESSIDADES BÁSICAS DAS ESPOSAS DE PACIENTES INFARTADOS, NA FASE AGUDA DO TRATAMENTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edna Ikumi Umebayashi Takahashi

    Full Text Available Trata-se de um estudo exploratório que teve por finalidade identificar as necessidades básicas das esposas de pacientes infartados, na fase aguda do tratamento. Foi utilizado como referencial para análise os conceitos de Necessidades Básicas de Maslow. Os resultados permitiram identificar como principais necessidades afetadas das esposas: segurança, amor e gregária, estima.