WorldWideScience

Sample records for contra mulheres entre

  1. Associação entre violência por parceiro íntimo contra a mulher e infecção por HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Barros

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a associação entre a violência por parceiro íntimo contra mulheres e a infecção ou suspeita de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV. MÉTODOS: Estudo transversal com base em dados de questionários aplicados face-a-face e de prontuários médicos de 2.780 mulheres de 15 a 49 anos, atendidas em unidades do sistema único de saúde da Grande São Paulo, SP, em 2001-2002. As mulheres foram categorizadas em: usuárias em tratamento por serem "soropositivas para o HIV", com "suspeita de HIV" e aquelas que procuraram os serviços por outros motivos. A violência por parceiro íntimo contra mulheres na vida foi categorizada por gravidade e recorrência dos episódios de violência. A associação com o desfecho foi testada pelo modelo de Poisson com variância robusta e ajustada por variáveis sociodemográficas, sexuais e reprodutivas. RESULTADOS: A prevalência de violência foi de 59,8%. Sofrer violência reiterada e grave apresentou maior associação de infecção confirmada pelo HIV (RP = 1,91. A violência independente da gravidade e da recorrência dos episódios apresentou maior associação para a suspeita de infecção por HIV (RP = 1,29. CONCLUSÕES: A violência por parceiro íntimo contra mulheres tem papel relevante nas situações de suspeita e confirmação da infecção pelo HIV, sendo essencial incluir sua detecção, controle e prevenção como parte da atenção integral à saúde das mulheres.

  2. Associação entre violência por parceiro íntimo contra a mulher e infecção por HIV Asociación entre violencia contra la mujer por pareja íntima e infección por VIH Association between intimate partner violence against women and HIV infection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Barros

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a associação entre a violência por parceiro íntimo contra mulheres e a infecção ou suspeita de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV. MÉTODOS: Estudo transversal com base em dados de questionários aplicados face-a-face e de prontuários médicos de 2.780 mulheres de 15 a 49 anos, atendidas em unidades do sistema único de saúde da Grande São Paulo, SP, em 2001-2002. As mulheres foram categorizadas em: usuárias em tratamento por serem "soropositivas para o HIV", com "suspeita de HIV" e aquelas que procuraram os serviços por outros motivos. A violência por parceiro íntimo contra mulheres na vida foi categorizada por gravidade e recorrência dos episódios de violência. A associação com o desfecho foi testada pelo modelo de Poisson com variância robusta e ajustada por variáveis sociodemográficas, sexuais e reprodutivas. RESULTADOS: A prevalência de violência foi de 59,8%. Sofrer violência reiterada e grave apresentou maior associação de infecção confirmada pelo HIV (RP = 1,91. A violência independente da gravidade e da recorrência dos episódios apresentou maior associação para a suspeita de infecção por HIV (RP = 1,29. CONCLUSÕES: A violência por parceiro íntimo contra mulheres tem papel relevante nas situações de suspeita e confirmação da infecção pelo HIV, sendo essencial incluir sua detecção, controle e prevenção como parte da atenção integral à saúde das mulheres.OBJETIVO: Analizar la asociación entre la violencia contra mujeres por pareja íntima y la infección o sospecha de infección por el virus de inmunodeficiencia humana (VIH. MÉTODOS: Estudio transversal con base en datos de cuestionarios aplicados cara-a cara y de prontuarios médicos de 2.780 mujeres de 15 a 49 años, atendidas en unidades del sistema único de salud de la Gran Sao Paulo, Sureste de Brasil, en 2001-2002. Las mujeres fueron categorizadas en: usuarias en tratamiento por ser

  3. Preconceito e discriminação: as bases da violência contra a mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Gomes da Silva

    Full Text Available A violência contra as mulheres não é recente na história da humanidade. Ela faz parte de um sistema sociohistórico que condicionou as mulheres a uma posição hierarquicamente inferior na escala de perfeição metafísica, produzindo um campo de força de relações assimétricas entre homens e mulheres em nossa sociedade. Assim sendo, o objetivo deste trabalho é analisar como o preconceito, a discriminação e a intolerância constituíram predicativos da violência de gênero, trazendo para essa discussão a interpenetração de três módulos distintos: sexo/gênero, raça/etnia e classe social. Apesar dos altos índices estatísticos de violência contra as mulheres em todo o mundo e dos avanços sociais, políticos e jurídicos no combate à violência, defende-se a ideia de que o movimento dos direitos humanos ainda precisa encontrar instrumentos efetivos na promulgação da cidadania e dos direitos das mulheres.

  4. Concepções de gênero entre homens e mulheres de baixa renda e escolaridade acerca da violência contra a mulher, São Paulo, Brasil Gender conceptions related to violence against women among men and women of low income and low educational level, Sao Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Thereza Couto

    2006-01-01

    Full Text Available O trabalho aborda como homens e mulheres de baixa renda e escolaridade, da cidade de São Paulo, Brasil, pensam suas relações afetivo-familiares e os diferentes contextos de violência que vivenciam. Trata-se de estudo qualitativo, utilizando grupos focais, com vistas a subsidiar estudo mais global acerca de violência contra a mulher e saúde. Foram realizados quatro grupos focais (dois com mulheres e dois com homens, na faixa etária de 25 a 35 anos, abordando as representações, livres e instigadas por ditos populares, de: homem e mulher ideais; as relações afetivo- sexuais e familiares; os concretamente vividos; e a violência doméstica. Usa-se a análise temática. Os resultados apontam para cisões entre atributos físicos e condutas morais na mulher ideal referida pelos homens, já aquela referida pelas mulheres define uma autonomia controlada. Os homens tiveram dificuldades em definir o homem ideal, já para as mulheres o ideal é o homem-família. Quanto à violência, é em princípio sempre condenável. É tolerável e instintiva para homens; e fatalidade ou destino, pela natureza masculina, para mulheres, tornando-se evento natural e trivial dos cotidianos de ambos. O referencial de gênero permite compreensão da violência como ocorrência comum, mas de sentidos diferentes entre gêneros.This article discusses how men and women of low income and educational level, living in São Paulo City, think their affective and familiar relationships and the different violent contexts they live in. It consists of a qualitative study, based on focus groups and subsiding a more global study on violence against women and health. It has been conducted four groups (two with men and two with women, aging 25 to 35 years broaching, free and instigated by popular sayings, conceptions on: the ideal man and woman, concretely experienced sexual affective and familiar relationships and on domestic violence. Thematic analysis was used. The results

  5. Gênero e violência contra a mulher na literatura de enfermagem: uma revisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maiara Cardoso Duarte

    2015-04-01

    Full Text Available RESUMO Na produção científica sobre desigualdades na relação homens e mulheres destacam-se estudos sobre violência contra a mulher e a premência do seu reconhecimento como problema de saúde pública. Objetivo: considerando o potencial da Enfermagem para um olhar ampliado desta temática, pretendeu-se conhecer o que está sendo veiculado sobre gênero e violência contra a mulher nas principais revistas de enfermagem brasileiras. Método: realizou-se revisão integrativa, de publicações online, entre 2000 e 2012. Dos 138 artigos selecionados, 25 tratavam gênero e violência contra a mulher como construtos sociais. Resultados: predominaram as abordagens qualitativas (60%, investigações empíricas (60%, acadêmicas (100%, autorias envolvendo enfermeira(os (96%, violências conjugal (32% e doméstica (20%. A violência contra a mulher à luz de gênero foi associada em apenas 32% das publicações. Conclusão: há necessidade de incremento de estudos em parceria com o serviço e a ampliação das discussões que envolvem dinâmicas de poder e de resistência, que constituem a base do conceito de gênero.

  6. A violência contra a mulher no discurso diplomático brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izadora Xavier do Monte

    2011-10-01

    Full Text Available O artigo discute as políticas brasileiras sobre violência contra a mulher em perspectiva com as discussões sobre o temano âmbito do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, pautadas pelo trabalho da relatora especial da ONU sobre causas e conseqüências da violência contra a mulher. O objetivo é demonstrar que existe um alinhamento entre o foco das políticas para as mulheres recentemente definidas do governo Dilma, o discurso diplomático brasileiro em direitos humanos e a perspectiva da relatora especial das Nações Unidas. Esse alinhamento é em parte tributário do fortalecimento das posições políticas da terceira onda feminista e abre espaço para uma aliança mutuamente benéfica entre atuação diplomática brasileira, no nível internacional, e avanço da agenda feminista, no nível doméstico.   The article discusses Brazilian policies against gender violence in perspective with the UN Human Rights Council discussion based on the work of the special rapporteur on violence against women, its causes and consequences. It aims at showing an alignment between policies for women recently defined by the government of Dilma Roussef, traditional Brazilian diplomatic discourse and the point of view of the special rapporteur. This alignment ows much to third wave feminism and allows for an alliance, mutually beneficial, though rare, between Brazilian diplomatic action, on the international level, and the advancement of a feminist agenda, on the national level.

  7. Subalternidade de gênero: refletindo sobre a vulnerabilidade para violência doméstica contra a mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Christina Macedo Piosiadlo

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Este artigo tem o objetivo de refletir sobre a violência de gênero praticada contra a mulher no espaço intrafamiliar, sobretudo, a relação entre a subalternidade de gênero no âmbito familiar e a vulnerabilidade para este tipo de violência. Resultados: A subalternidade de gênero e a violência contra mulher apresentam-se entrelaçadas na história e, conformam-se por meio da construção de gênero nas sociedades. As mulheres formam um grupo que é violentado, constantemente, e de diversas maneiras, como, agressões e abusos físicos, verbais e sexuais cometidos por parceiros ou ex-parceiros, familiares, amigos, desconhecidos, por instituições públicas ou pelo Estado. Conclusão: Para que os serviços de saúde possam se antecipar às doenças e agravos decorrentes da violência doméstica é essencial compreender os aspectos relacionados à vulnerabilidade da mulher para a violência, como um indicador da iniquidade e da desigualdade social que supera o conceito probabilístico de risco.

  8. Direitos humanos e violência contra as mulheres: uma luta contra a sociedade patriarcal-racista-capitalista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirla Cisne

    2015-12-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é  problematizar a importância da luta por direitos humanos no combate às violências contras as mulheres, inserindo essa luta nos limites e contradições de uma sociedade que têm a desigualdade e a exploração de classe, raça/etnia e sexo como elementos constituintes. Nesse entendimento, as múltiplas formas de violência contra a mulher, seja ela física, psicológica, sexual, obstétrica, patrimonial ou social, não resultam das relações individuais isoladamente, mas, sobretudo, são estruturadas pelas relações sociais de sexo, classe, raça/etnia que consubstanciam a sociedade patriarcal-racista-capitalista. São essas relações sociais que dão base à ideologia que naturaliza situações de violências às mulheres. É essa sociedade permeada por relações de opressão, exploração e também apropriação sobre as mulheres que promove cotidianamente situações de violência permeadas e potencializadas pela desigualdade de classe, pelo sexismo e pelo racismo, o que não apenas provoca a demanda pela luta por direitos humanos, mas a exige.  Falar em direitos humanos para as mulheres é falar na necessidade de lutar por uma sociedade sem violência e sem as apropriações, explorações e opressões que dão corpo as múltiplas violências contra as mulheres.

  9. Violence against Amazon women Violencia contra mujeres amazónicas Violência contra mulheres amazônicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Lúcia de Azevedo Lima

    2009-12-01

    ência contra mulheres amazônicas, apresentada na mídia impressa, segundo o tipo e sua gravidade, e citação de enquadramento do agressor na Lei Maria da Penha. Foram consultados 181 exemplares de um jornal regional. A partir da análise de conteúdo, foram selecionadas 164 notas sobre violências contra mulheres e incluídas, como corpus de análise, 46 delas. Os resultados foram reunidos em três grupos temáticos: mulheres assassinadas com crueldade, violência sexual contra mulheres não tem idade e violência contra mulheres e o limite da Lei Maria da Penha. A violência contra essas mulheres apresentou variação quanto à forma e à gravidade, ocorrendo inclusive homicídio. As mulheres são submetidas à violência sexual desde a infância até a idade adulta. O enquadramento legal do agressor demonstra à comunidade um meio para enfrentamento desse fenômeno social.

  10. Homens, gênero e violência contra a mulher Men, gender and violence against women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Costa Lima

    2008-06-01

    Full Text Available Considerando o compromisso do Estado brasileiro de coibir e prevenir a violência contra a mulher, firmado em várias conferências internacionais e tendo em vista a promulgação da Lei 11.340/06 - a Lei Maria da Penha -, este artigo tem como objetivo realizar uma reflexão sobre a incorporação dos homens e da perspectiva de gênero nos esforços de prevenção e atenção à violência contra as mulheres. Apesar do crescente interesse da literatura científica e da intervenção em saúde com o envolvimento dos homens, em especial, no campo dos direitos sexuais e reprodutivos, comparativamente, reflexões e intervenções com homens autores de violência contra a mulher têm recebido bem menos atenção de órgãos governamentais, não-governamentais e pela academia. O artigo apresenta alguns conceitos e dados sobre a violência contra as mulheres e descreve um panorama sobre a conexão entre gênero, saúde e masculinidades; analisa trabalhos que abordam os temas homens e violência contra as mulheres e apresenta algumas ações voltadas à prevenção dessa forma de violência junto à população masculina; e por fim tece algumas considerações finais sobre o tema.Considering the commitment made by the Brazilian Government to restrain and prevent violence against women, signed in various international conferences, and in view of the promulgation of the Law 11.340/06 - Lei Maria da Penha -, this article intends to develop a reflection on the incorporation of men and of the gender perspective in efforts to prevent and attend to violence against women. Despite the increasing interest of scientific literature and health intervention in the involvement of men, especially in the field of sexual and reproductive rights, comparatively, reflections and interventions directed at men who have committed violence against women have received far less attention from governmental and non-governmental institutions, and from the academy. The article

  11. Representações sociais da violência contra a mulher na perspectiva da enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Maria Cezar Leal

    2011-06-01

    Full Text Available A violência contra a mulher constitui grave problema de Saúde Pública; ocorre no mundo inteiro em todas as classes sociais. O objetivo do estudo foi conhecer as representações sociais da violência contra a mulher na perspectiva de enfermeiras alunas de uma Escola Superior de Enfermagem de Lisboa/Portugal. Realizou-se pesquisa exploratória com respaldo das representações sociais, da qual participaram cento e cinquenta enfermeiras, sendo os dados coletados por meio de questionário. Para análise, utilizou-se o software DataVic 4.3. Resultados apontam que as representações sociais da violência contra a mulher estão restritas ao universo consensual pelo qual são produzidas, constituído, sobretudo, pela conversação informal e pela vida cotidiana. Apontam, também, que a violência não é entendida como um problema de saúde. Considera-se que o embasamento teórico sobre o tema e o envolvimento institucional dos Serviços de Saúde contribuirão para a inserção da violência contra a mulher na agenda da Saúde Pública.

  12. VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES: REFLEXÕES TEÓRICAS

    OpenAIRE

    Leticia Casique Casique; Antonia Regina Ferreira Furegato

    2006-01-01

    A violência manifesta-se de diferentes formas, em distintas circunstâncias e com diversos tipos de atos violentos dirigidos a crianças, mulheres, idosos e outros indefesos. Violência doméstica, violência de gênero e violência contra mulheres são termos utilizados para denominar este grave problema que degrada a integridade da mulher. A violência de gênero pode manifestar-se através de violência física, violência psicológica, violência sexual, violência econômica e violência no trabalho. A vio...

  13. Análise espacial da violência doméstica contra a mulher entre os anos de 2002 e 2005 em João Pessoa, Paraíba, Brasil Spatial analysis of domestic violence against women from 2002 to 2005 in João Pessoa, Paraíba State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kerle Dayana Tavares de Lucena

    2012-06-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo quantitativo, ecológico, exploratório com utilização de técnicas de análise espacial e do Sistema de Informações Geográficas. A população foi composta por todas as denúncias de mulheres vítimas de violência doméstica, residentes no Município de João Pessoa, Paraíba, Brasil, no período de 2002 a 2005, na Delegacia Especializada de Atendimento da Mulher. Objetivou-se investigar a distribuição espacial da violência doméstica para subsidiar os gestores no processo de tomada de decisão. A análise dos resultados permitiu identificar as áreas de alta e baixa incidências de violência, como também o risco de cada bairro comparado à cidade de João Pessoa. A partir do índice de Getis e Ord produziu-se a decisão das áreas prioritárias para intervenção sobre a violência doméstica. Ressaltamos a necessidade de mudanças no que se refere à atenção às mulheres vítimas de violência e a articulação entre as instituições com promoção da educação permanente nos serviços, contemplando discussões sobre gênero e violência contra a mulher.This was a quantitative, ecological, exploratory study using spatial analysis and a geographic information system. The population consisted of all the women that had filed complaints against domestic violence in the city of João Pessoa, Paraíba State, Brazil, from 2002 to 2005, at the Specialized Police Precinct for Women. The aim was to investigate the spatial distribution of domestic violence in order to assist policymakers in the decision-making process. Analysis of the results allowed identifying areas of low and high incidence of domestic violence, besides comparing the risk in each neighborhood to the overall rate for the city of João Pessoa. Based on the Getis and Ord index, the study produced a decision on priority areas for intervening in domestic violence. The authors highlight the need for changes in care for female victims of violence and the

  14. Fatores associados à violência contra mulheres profissionais do sexo de dez cidades brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Sueli da Silva Lima

    Full Text Available Resumo: No Brasil, há um limitado número de estudos sobre violência contra mulheres profissionais do sexo, tema que vem instigando pesquisadores em todo o mundo, estimulados principalmente por possíveis associações desta com o HIV. Este trabalho objetiva estimar a prevalência de violência contra mulheres profissionais do sexo, segundo natureza e perpetrador, e identificar os fatores associados. Foi realizado um estudo transversal com dados de 2.523 mulheres profissionais do sexo de dez cidades brasileiras, recrutadas pelo método respondent-driven sampling (RDS. Os resultados mostraram que a prevalência de violência verbal foi de 59,5%; violência física 38,1%; sexual 37,8%. Violência física por parceiro íntimo, 25,2%; por clientes, 11,7%. Dentre os fatores associados à violência física estão: idade < 30 anos (ORa = 2,27; IC95%: 1,56-3,29; uso de drogas (ORa = 2,02; IC95%: 1,54-2,65; valor do programa até R$ 29,00 (ORa = 1,51; IC95%: 1,07-2,13. Conclui-se que as mulheres profissionais do sexo brasileiras vivenciam uma carga desproporcional de violência. Identificar fatores de vulnerabilidade é fundamental para as intervenções que garantam direitos humanos e controle do HIV.

  15. Notificações de violência sexual contra a mulher no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gracyelle Alves Remigio Moreira

    2015-09-01

    Full Text Available Objetivo: Apresentar o quadro de violência sexual contra a mulher no Brasil, com base nas notificações realizadas no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem quantitativa, que analisou informações referentes às notificações de violência sexual contra a mulher, no período de 2009 a 2013, considerando a unidade da federação, perfil das mulheres, características da ocorrência e encaminhamentos realizados pelo setor saúde. Os dados foram analisados por meio da estatística descritiva, sendo apresentados números absolutos e relativos derivados das notificações. Resultados: No Brasil, foram registradas 21.871 notificações no período estudado. Observaram-se maiores taxas de registros no ano de 2013 e na região Norte. Predominou o ciclo de vida de 10 a 19 anos (10.806/49,4%, as raças branca (8.894/40,7% e parda (8.535/39,0%, e a escolaridade ensino fundamental incompleto (5.444/24,9%. Os casos de violência sexual ocorreram com maior frequência na residência da mulher (13.259/60,6%, com agressor conhecido (5.649/25,8% e sem suspeita do uso de álcool (9.249/42,3%. A maior parte do atendimento no setor saúde foi de nível ambulatorial (15.842/72,6%, e os casos evoluíram para alta (16.879/77,2%. Conclusão: As notificações cresceram progressivamente no período estudado, e a violência sexual contra a mulher no país, registrada pelo setor saúde, atingiu, principalmente, adolescentes, no ambiente doméstico e com agressor conhecido.

  16. Violence against women: theoretical reflections Violencia contra mujeres: reflexiones teóricas Violência contra mulheres: reflexões teóricas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leticia Casique Casique

    2006-12-01

    Full Text Available Violence appears in different forms and circumstances and involves distinct kinds of violent acts against children, women, elderly and other defenseless persons. This serious problem, which degrades women's integrity, is denoted by terms like domestic violence, gender violence and violence against women. Gender violence can appear as physical, psychological, sexual, economic violence, as well as violence at work. Violence against women committed by their intimate partners can be analyzed through the Ecological Model, which explains the close relation between individuals and their environment. Factors influencing people's behavior towards this violence should be analyzed with a view to establishing help programs.La violencia se manifiesta de diferentes formas, en distintas circunstancias y con diversos tipos de actos dirigidos a niños, mujeres, ancianos y otras personas indefensas. Violencia domestica, violencia de genero y violencia contra mujeres son términos utilizados para denominar este grave problema que degrada la integridad de la mujer. La violencia de género puede manifestarse a través de violencia física, violencia psicológica, violencia sexual, violencia económica y violencia en el trabajo. La violencia sufrida por la mujer por parte de su compañero íntimo puede ser analizada a través del Modelo Ecológico que explica la estrecha relación entre el individuo y su entorno. Se concluyo que es importante analizar los factores que influyen en el comportamiento de las personas frente a la violencia para establecer programas de ayuda.A violência manifesta-se de diferentes formas, em distintas circunstâncias e com diversos tipos de atos violentos dirigidos a crianças, mulheres, idosos e outros indefesos. Violência doméstica, violência de gênero e violência contra mulheres são termos utilizados para denominar este grave problema que degrada a integridade da mulher. A violência de gênero pode manifestar-se através de viol

  17. Violência contra a mulher e políticas públicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Blay Eva Alterman

    2003-01-01

    Full Text Available DIFERENTEMENTE dos inúmeros estudos existentes, de excelente qualidade, esta pesquisa busca investigar não apenas a chamada violência doméstica mas os vários tipos de homicídio - tentativa ou consumação - de mulheres, de todas as faixas etárias. Ela investigou e procurou comparar como este crime era tratado: 1. pela mídia (especialmente jornais de 1991 e de 2000; pelo rádio e televisão; 2. nos Boletins de Ocorrência das Delegacias de Policia da capital de São Paulo (do ano de 1998; 3. nos Processos Judiciais, através de uma amostra representativa dos cinco Tribunais do Júri da Capital de São Paulo (de 1997. Desejava saber como a mídia tão resistente a principio se comportava na passagem do século XXI face à violência contra a mulher, o que os BOs registravam e como eram julgados os assassinos/as de mulheres. Os complexos resultados obtidos revelaram mudanças em alguns segmentos e um concomitante mecanismo que retroalimenta a antiga violência nas relações sociais de gênero. Concluindo propõe-se a implantação de uma política transversal de gênero para enfrentar a violência.

  18. Perfil de homens autores de violência contra mulheres detidos em flagrante: contribuições para o enfrentamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandra Bittencourt Madureira

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Delinear o perfil de agressores detidos em flagrante delito e da violência que perpetraram contra mulheres no período de implantação e consolidação da lei Maria da Penha, em um município da região central do estado do Paraná. Métodos: Pesquisa retrospectiva documental, realizada mediante apreciação de 130 Autos de Prisão, analisados pela estatística descritiva. Resultados: Eram adultos jovens, casados, com baixa escolaridade e trabalho remunerado. 89,3% foram libertados sob pagamento de fiança. Eram, majoritariamente, cônjuges, que sob efeito de álcool, praticaram violência. Um número significativo já possuía outros registros de violência doméstica. Conclusão: A denúncia, como ação isolada, revelou-se insuficiente para interromper o ciclo da violência. É necessário voltar-se para além da denúncia, pela implantação de ações de enfrentamento articuladas entre os setores de saúde, educação, segurança, justiça e assistência social, voltadas à igualdade de gênero e a cultura de paz.

  19. Violência contra a mulher, coesão familiar e drogas Violence against women, family cohesion and drugs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Moreira Rabello

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a associação entre coesão, adaptabilidade e risco mental familiar com violência física contra a mulher e uso de drogas. MÉTODOS: Estudo tipo caso-controle pareado realizado entre 2004 e 2005 na cidade de João Pessoa, Paraíba. A amostra foi constituída por 260 mulheres, divididas em 130 agredidas e 130 não agredidas. O grupo caso foi constituído de mulheres que prestaram queixa por agressão física doméstica na Delegacia Especializada da Mulher. O grupo controle foi pareado com mulheres vizinhas de bairro das vítimas queixosas na Delegacia. A coesão, a adaptabilidade e o risco mental foram avaliados pela escala Family Adaptability and Cohesion Evaluation Scales. Na análise estatística, foram utilizados os testes qui-quadrado e Exato de Fisher, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: Os dois grupos se comportaram de forma diferente em relação ao risco mental e coesão, mas semelhantes quanto à adaptabilidade familiar (p=0,0917. As mulheres agredidas apresentaram risco mental alto (43,1% e médio (39,2%, diferentemente das não agredidas (p=0,0016, que apresentaram médio risco (55,4%. Houve diferença significativa entre os dois grupos para o uso de drogas, com consumo maior nas famílias das mulheres agredidas (90,8% do que das não agredidas (56,9%. A droga mais utilizada foi o álcool, sendo o mais alto fator de risco para a agressão, quando consumido diariamente (OR=37,33 ou associado a outra droga (OR=29,56. CONCLUSÕES: O desequilíbrio pela falta de união entre a família e o uso de drogas altera decisivamente no funcionamento familiar, podendo gerar conflitos e agressões domésticas.OBJECTIVE: To evaluate the association between cohesion, adaptability and mental risk in families, physical violence against women and the use of drugs. METHODS: Data for this paired case-control study was collected in 2004 and 2005 in the city of Joao Pessoa, in Northeastern Brazil. The sample included 260 women

  20. Gênero, história e violência: casos de homicídio contra mulheres em Montes Claros – 1985 – 1993

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Clarice Rodrigues de Souza

    2011-01-01

    Full Text Available Gender violence is any act or conduct based on gender which causes death, damage or suffering physical, sexual or psychological, both in the public and private sphere. Observing this definition, this article brings out violence against women occurred in Montes Claros/MG during the period from 1985 to 1993. During this period, the visibility of violence against women earns an enhancement, creation and inauguration of the Women’s Police Stations in various locations in Brazil. The methodology used is the discourse analysis and the sources are criminal proceedings and oral interviews. From the analysis of murder crime, we see how they are grounded in gender differences and still rooted in our society. / A violência de gênero consiste em qualquer ação ou conduta baseada no gênero que cause morte, dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico, tanto em âmbito público como privado. Partindo dessa definição, o presente artigo traz à tona a violência contra mulheres ocorrida em Montes Claros/MG no período compreendido entre 1985 a 1993. Neste período, a visibilidade à violência contra mulheres ganha um reforço: a criação e inauguração das Delegacias de Mulheres em várias localidades do Brasil. A metodologia utilizada foi a análise de discurso e as fontes foram os Processos-crime e Entrevistas Orais. A partir da análise de crimes de homicídio, observamos como os mesmos são alicerçados nas diferenças de gênero enraizadas e ainda presentes em nossa sociedade.

  1. VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER POR PARCEIRO ÍNTIMO: (IN VISIBILIDADE DO PROBLEMA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Ferreira Acosta

    2015-01-01

    Full Text Available El objetivo del estudio fue identificar las razones que llevan a la violencia contra la mujer y describir los actos perpetrados por su pareja. Investigación documental, cualitativa realizada en el Servicio de Policía Especializada en Atención a Mujeres. Se analizaron 902 informes registrados entre Agosto/2009 y Diciembre/2011, cuyas víctimas tenían al menos dieciocho años. Se recolectaron los datos de las ocurrencias, describiendo literalmente, las historias de las víctimas y su tratamiento fue a través del análisis de contenido. Fue identificados como factores desencadenantes de la violencia: la supremacía masculina como generadora de sufrimiento y sumisión, los problemas derivados del uso de drogas, los problemas relacionados con los niños y la división de los bienes. La gravedad fue escalada por las consecuencias a la víctima y su familia. El personal de enfermería como parte de la red de apoyo, debe entender este fenómeno como un problema de salud y esforzarse por romper las barreras que impidan el servicio eficaz y eficiente, auxiliando en el fortalecimiento de la autonomía de las mujeres, incluyendo a los hombres en acciones de combate y prevención de la violencia contra las mujeres.

  2. Apontamentos sobre preconceitos de gênero e a violência contra a mulher no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Ramos de Souza Bonfim

    2016-08-01

    Full Text Available Este estudo é qualitativo-bibliográfico. Fundamenta-se especialmente em Bonfim, Instituto Avon e na Legislação Brasileira. Objetiva-se abordar a influência da educação familiar, de origem machista-patriarcal na consolidação de preconceitos, desigualdades e  violências sofridas pelas mulheres. Questiona-se: Como a educação familiar influencia a  violência contra a mulher? Porque as muitas mulheres em situação de violência não denunciam as agressões sofridas? Afirma-se, que as experiências sócio-afetivas-culturais da vividas na infância e adolescência especialmente vivenciadas no âmbito familiar são basilares para a superação de preconceitos e violências de gênero, pois os filhos tendem a reproduzir, ainda que de maneira inconsciente, o comportamento e as atitudes de seus pais. Considera-se, que embora no âmbito legal, houve uma evolução do ordenamento jurídico brasileiro na tentativa de coibir as violências historicamente sofridas pelas mulheres, é a educação, especialmente familiar, pautada numa perspectiva humanizadora e emancipatória que contribui significativamente para a superação do machismo e da desigualdade de gênero.

  3. Violência doméstica contra a mulher: realidades e representações sociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denire Holanda da Fonseca

    2012-08-01

    Full Text Available Este estudo buscou verificar representações sociais das mulheres que sofrem ou sofreram algum tipo de violência de seus companheiros, buscando entender a subjetivação desse fenômeno, como também verificar os principais prejuízos nas esferas sociais, psicológicas e ocupacionais dessas mulheres. 12 participantes responderam a entrevista semiestruturada, e foram feitas análises de conteúdo de Bardin (2002 e ancoradas na Teoria das Representações Sociais de Moscovici. Como resultado foi constatado que a maior prevalência é a violência psicológica, causando danos emocionais a longo prazo, trazendo sérios prejuízos nas esferas do desenvolvimento e da saúde psicológica da mulher. Verificou-se também que o ciclo de violência é alimentado pela tolerância e autoculpa e pela má compreensão da mesma. Propõem-se outros estudos nesta esfera com finalidade de maior compreensão do fenômeno da violência contra as mulheres.

  4. Abuso de álcool e drogas e violência contra as mulheres: denúncias de vividos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Becker Vieira

    2014-06-01

    Full Text Available Objetivou-se analisar a interface entre o uso abusivo de álcool e outras drogas pelos companheiros e o vivido de mulheres que denunciam situações de violência. Trata-se de pesquisa qualitativa pautada na análise de conteúdo temática de entrevistas realizadas em março e abril de 2010, com treze mulheres que realizaram o registro da violência na Delegacia de Polícia para a Mulher e Delegacia de Pronto Atendimento de um município do interior do Rio Grande do Sul, Brasil. Observou-se que, em um mundo envolto por brigas, humilhações, agressões, sofrimento e submissão, o uso abusivo de álcool e drogas do companheiro potencializou a violência vivida das mulheres entrevistadas. Além de buscar qualificar a atenção à saúde mental das mulheres no contexto da violência, uma vez que essa condição repercute substancialmente em sua saúde, e em todas as dimensões, conclui-se ser imprescindível articular a atenção às mulheres em situação de violência com ações de prevenção do uso de álcool e/ou outras drogas pelos companheiros.

  5. A arte e violência no olhar: Activismo feminista e desconstrução da violência contra as mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Magalhães

    2012-10-01

    Full Text Available Este artigo vem na continuação do texto de Angélica Lima Cruz, retomando‑se a questão da construção de um olhar que integra ou denuncia uma cultura de violência contra as mulheres. Aqui, explora‑se como a crítica feminista da violência contra as mulheres desoculta os mecanismos da sua re/produção, mostrando também que a arte se pode constituir como processo de desconstrução desta violência. Para isso, apresentam‑se e analisam‑se algumas intervenções artísticas e instalações realizadas por feministas, quer no estrangeiro quer em Portugal, no activismo feminista do combate à violência contra as mulheres.

  6. VIOLÊNCIA CONTRA GESTANTES EM DELEGACIAS ESPECIALIZADAS NO ATENDIMENTO À MULHER DE TERESINA-PI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariane Gomes dos Santos

    2010-01-01

    Full Text Available La violencia contra la mujer es definida como cualquier acción o conducta basada en violencia de género, que cause muerte, daño o sufrimiento físico, sexual o psicológico. El objetivo fue medir el fenómeno de la violencia doméstica contra las mujeres embarazadas mediante la denuncia de maltrato en Comisarías Especializadas en Atención a la Mujer, en Teresina- -PI. Investigación cuantitativa del tipo análisis documental, retrospectivo. Para recolectar datos se utilizó un formulario semiestructurado. La muestra estuvo conformada por 71 notificaciones policiales de mujeres embarazadas violadas en 2008 en dos Comisarías de la Mujer de Teresina-PI. Se observó que 42,3% de las embarazadas era ama de casa; 31,0% tenía entre 22 y 26 años de edad; los principales responsables por la violencia fueron sus compañeros (38,0%, maridos (18,3% y ex- -compañeros (18,3%; se destacaron los tipos de violencia física (32,5%, psicológica (31,7% y moral (30%. Se concluyó que la población de embarazadas que denunció a su pareja no fue significativa, probablemente por tornarse más manejables ante las promesas del compañero de no volver a agredirla.

  7. Relações afetivo-sexuais e prevenção contra infecções sexualmente transmissíveis e aids entre mulheres do município de Vitória - ES Rrelaciones afectivo-sexuales y prevención contra infecciones sexualmente transmisibles y sida entre mujeres del municipio de Vitoria-ES Sexual relationships and infections sexually transmitted and aids prevention among women in Vitória-ES, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melissa Mattos Amorim

    2006-08-01

    Full Text Available Objetivou-se conhecer como mulheres vivenciam a prevenção de infecções sexualmente transmissíveis (IST e aids em suas relações afetivo-sexuais. Foram realizados dois grupos de discussão e 12 entrevistas individuais com mulheres na faixa etária de 20 a 35 anos. Um grupo foi composto por cinco participantes com ensino fundamental ou médio (Grupo1 e o outro, por sete participantes com ensino superior completo ou incompleto (Grupo2. Apenas três participantes faziam uso consistente do preservativo masculino como medida preventiva de IST/Aids. O uso inconsistente do preservativo foi justificado pela presença, no contexto relacional, do compromisso de exclusividade sexual mútua. Valores e crenças acerca do conhecimento sobre o parceiro sexual e da confiança nele investida orientavam as percepções das participantes de ambos os grupos sobre a necessidade de adesão a medidas preventivas. Observou-se que tais percepções também estavam estreitamente vinculadas às suas relações e implicações de gênero.El propósito de este estudio fue conocer como mujeres vivencian la prevención de infecciones sexualmente transmisibles (IST y SIDA en sus relaciones afectivo-sexuales. Fueron realizados dos grupos de discusión y 12 entrevistas individuales con mujeres en la franja de edad desde 20 hasta 35 años. Un grupo fue compuesto de cinco participantes con enseñanza fundamental o media (Grupo 1, y otro de siete participantes con enseñanza superior completa o incompleta (Grupo 2. Solamente tres mujeres hacían uso consistente del preservativo masculino como medida preventiva de IST/SIDA. El uso inconsistente del condón fue justificado por la presencia, en el contexto relacional, del compromiso de exclusividad sexual mutua. Valores y creencias acerca del conocimiento sobre el compañero sexual y de la confianza invertida en él, orientaban las percepciones de las participantes - de ambos grupos - sobre la necesidad de adhesión a medidas

  8. Representaciones sociales de la violencia contra la mujer entre mujeres habitantes de la comunidad de Paranoá/Itapoã de Brasilia-DF

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silmara Torri VARELA

    2012-08-01

    Full Text Available O estudo investiga as representações sociais de mulheres com relação à violência doméstica, e, particularmente, da violência contra mulher. O objetivo geral é identificar os significados atribuídos pelas mulheres ao fenômeno da violência de gênero, buscando compreender categorias próprias de interpretação do fenômeno da violência doméstica, assim como os recursos disponíveis para apoiar às mulheres em situação de violência. Metodologicamente, o estudo lança mão de uma abordagem triangulada entre a Teoria das Representações Sociais e a Etnografia. Foram realizadas entrevistas com 30 mulheres que concordaram em participar do estudo. As entrevistas foram processadas pelo software Alceste, que distribuiu as falas das entrevistadas em quatro classes, onde a 1 e a 4 remetem, respectivamente, à prática da violência e à forma como ela se perpetua, seu conceito e representação social, enquanto que as categorias classificadas como 2 e 3 dizem respeito à fragilidade da Lei Maria da Penha e a falta de credibilidade na sua aplicação.

  9. Conceitos, causas e repercussões da violência sexual contra a mulher na ótica de profissionais de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana da Fonseca Bezerra

    2016-03-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar os sentidos atribuídos por profissionais de saúde aos conceitos, causas e repercussões da violência sexual contra a mulher. Método: Estudo qualitativo realizado com 68 profissionais de saúde de nível superior integrantes de equipe multiprofissional de nove hospitais públicos do município de Fortaleza/CE, entre agosto e dezembro de 2013, por meio de entrevista semiestruturada, a qual norteou a coleta de dados, sendo estes submetidos à análise temática dos núcleos de sentido que emergiram. Resultados: Entre os sentidos atribuídos ao conceito de violência sexual, destacam-se a violação dos direitos humanos e ênfase na perpetuação das questões de gênero; quanto às causas, sobressaiu o machismo, a existência de patologias do agressor e a reprodução da violência familiar – as repercussões atingem aspectos psicológicos, além da exposição a doenças e agressões físicas. Conclusão: O estudo possibilitou a análise dos sentidos atribuídos à violência sexual pela ótica dos profissionais de saúde investigados, que divergiram sobre a desigualdade de gênero e contexto social, cujas causas foram apontadas como sendo a cultura machista, a falta de informação das mulheres sobre os seus direitos e as questões sociais. Observou-se a dificuldade dos profissionais em trabalhar com o tema.

  10. Contextos de vulnerabilidade para o HIV entre mulheres brasileiras Contexts of HIV vulnerability among Brazilian women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Naila J. S. Santos

    2009-01-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo identificar os contextos de vulnerabilidade para o HIV entre mulheres brasileiras. Entre novembro de 2003 a dezembro de 2004 foi realizado um estudo de corte transversal em 13 municípios distribuídos nas cinco regiões do país, incluindo, respectivamente, 1.777 mulheres com diagnóstico positivo para HIV e 2.045 mulheres usuárias de serviços públicos de atenção à saúde da mulher sem diagnóstico conhecido de soropositividade para o HIV. A comparação entre os dois grupos mostrou que as mulheres com diagnóstico de HIV/AIDS não apresentaram um número de parceiros significativamente diferente com relação às mulheres sem diagnóstico de HIV/AIDS. No entanto, as mulheres vivendo com HIV/AIDS apresentaram início da vida sexual mais precoce, menor aderência ao uso de preservativos, e uma maior proporção dessas mulheres relatou uso de drogas, ocorrência de DST e de violência sexual na vida. Tais resultados sugerem a importância de pensar em estratégias de prevenção voltadas para o fortalecimento das mulheres e não apenas focadas em seus comportamentos individuais.This article aims to identify contexts of vulnerability related to HIV among Brazilian women. From November 2003 to December 2004, a cross-sectional study was conducted in 13 municipalities in the five Brazilian regions. The study included 1,777 women with a positive HIV diagnosis and 2,045 women attending public health care services. There were no significant differences between the two groups concerning number of sexual partners. However, HIV-positive women had a history of earlier sexual initiation and lower frequency of condom use. Higher proportions of HIV-positive women had used drugs, had a history of previous STDs, and had been victims of sexual violence some time in their life. The findings suggest the importance of considering strategies for HIV prevention focused on women's empowerment as a whole, and not focused only on their

  11. VIOLÊNCIA CONTRA GESTANTES EM DELEGACIAS ESPECIALIZADAS NO ATENDIMENTO À MULHER DE TERESINA-PI

    OpenAIRE

    Ariane Gomes dos Santos; Inez Sampaio Nery; Danielle Carvalho Rodrigues; Ariel de Sousa Melo

    2010-01-01

    La violencia contra la mujer es definida como cualquier acción o conducta basada en violencia de género, que cause muerte, daño o sufrimiento físico, sexual o psicológico. El objetivo fue medir el fenómeno de la violencia doméstica contra las mujeres embarazadas mediante la denuncia de maltrato en Comisarías Especializadas en Atención a la Mujer, en Teresina- -PI. Investigación cuantitativa del tipo análisis documental, retrospectivo. Para recolectar datos se utilizó un formulario semiestruct...

  12. A vagina-escola: seminário interdisciplinar sobre violência contra a mulher no ensino das profissões de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Simone Grilo Diniz

    2016-03-01

    Full Text Available O ensino de obstetrícia no Brasil tradicionalmente requer que o aluno realize um certo número de procedimentos para que seja avaliado, o que levou a uma cultura de ensino do uso não informado, não consentido, das vaginas das parturientes mais pobres, usuárias do SUS, pelos alunos de medicina e outras profissões, para o treinamento de habilidades cirúrgicas. Tais abusos permanecem normalizados por uma cultura institucional que não os reconhece como violações de direitos, promovendo um ensino de habilidades descolado do ensino de valores e dos direitos das usuárias. Para promover um diálogo entre os setores envolvidos, realizamos em março de 2015 o evento “A Vagina-escola: seminário sobre violência contra a mulher no ensino das profissões de saúde”. O seminário foi especialmente oportuno por acompanhar a recente declaração da Oorganização Mundial de Saúde (OMS “Prevenção e eliminação de abusos, desrespeito e maus-tratos durante o parto em instituições de saúde”, reforçando a urgência do tema na Saúde Coletiva.

  13. Associacao entre circunferencia da cintura e indice de massa corporal de mulheres brasileiras: PNDS 2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda de Oliveira Meller

    2014-01-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi analisar a associação entre a circunferência da cintura (CC e o índice de massa corporal (IMC de mulheres brasileiras em idade fértil, estudadas na última Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS, no ano de 2006. Este estudo é um recorte da PNDS, a qual é um estudo seccional, de base domiciliar. O estado nutricional foi avaliado através do IMC e da CC, considerando-se excesso de peso IMC > 25 Kg/m2e CC de risco > 80 cm. Para a avaliação da significância estatística foi usada Regressão de Poisson, que identificou os fatores associados à CC de risco em mulheres com e sem excesso de peso, apresentando-se o valor p correspondente ao teste de Wald para heterogeneidade ou tendência linear. Das 14.101 mulheres estudadas, 45,8% apresentaram excesso de peso e 55,5% CC de risco. Em relação à associação entre IMC e CC, constatou-se que 23,5% das mulheres sem excesso de peso apresentavam CC de risco. Após análise estratificada pelo IMC, a prevalência de CC de risco entre as mulheres sem excesso de peso foi maior nas regiões Nordeste, 26,0%, e Sudeste, 24,5%, e menor na região Sul, 18,5%. Conclui-se que as medidas antropométricas IMC e CC devem ser empregadas concomitantemente, uma vez que a utilização isolada dessas medidas pode desprezar indivíduos com risco para várias patologias.

  14. O efeito Salieri: O sindicalismo perante as desigualdades entre mulheres e homens no emprego

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virgínia Ferreira

    2012-10-01

    Full Text Available Os actuais padrões de segregação sexual do mercado de trabalho são ainda, em parte, a expressão viva de práticas excludentes e segregadoras dos sindicatos desde o começo da revolução industrial. Estes padrões começaram a desenhar-se a partir da aceitação do pagamento de menores salários às mulheres. Só num segundo momento os sindicatos passaram a reivindicar a igualdade salarial entre mulheres e homens como forma de defesa do emprego masculino. Numa primeira parte do texto, dá-se conta de algumas destas práticas de fechamento dos sindicatos em Portugal. Numa segunda parte, referem-se as principais linhas de mudança das orientações do movimento sindical perante as desigualdades entre os sexos no mercado de trabalho e apontam-se algumas iniciativas no âmbito da promoção da igualdade entre mulheres e homens.

  15. Violência intrafamiliar: crimes contra a mulher na área metropolitana do Recife Violencia intra familiar: delitos contra la mujer en el area metropolitana de Recife Intrafamilial violence: criminal acts against women in Recife's metropolitan area

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zélia Maria de Melo

    2009-03-01

    Full Text Available Esta pesquisa pretende analisar a relação entre a organização familiar e a criminalidade contra a mulher, perpetrada por companheiro ou membro de sua família. Utilizamos a análise quantitativa descritiva para o exame dos documentos e a qualitativa (análise do discurso para as entrevistas semidirigidas realizadas com as vítimas e seus familiares. Os documentos foram provenientes dos processos judiciais disponíveis nos Fóruns de Jaboatão dos Guararapes, Olinda e Recife no biênio 2004/2006. Os resultados revelaram aspectos relevantes à prática da violência, tais como: ingestão de bebidas alcoólicas, ciúmes, rompimento da relação matrimonial por iniciativa da esposa / companheira e rivalidade de gênero.Esta investigación aspira analizar la relación entre la organización familiar y la criminalidad contra perpretada por compañero o miembro de su familia. Hemos empleado la análises estadística describida. Para la análisis Documental y cualitativa. (análisis del discurso. Para las entrevistas semidirigidas realizadas con las victimas y suyos familiares. Los documentos fueron originados provenidos de los procesos judiciales disponibles en los foros de “ Jaboatao dos Guararapes, Olinda y Recife en el bienio 2004/2006. Los resultados hubieran relevado aspectos relevantes para la práctica de la violencia, tales como: Ingestión de bebidas alcohólicas, celos, rompimento de la relación conjugal por iniciativa de la mujer/compañera y rivalidad de género.This research intends to analyze the relation between the family organization and the criminal acts against women, perpetrated by the partner or other family member. We used a descriptive quantitative statistics for the documental analysis and a qualitative one (speech analysis for the semi conducted interviews with victims and their relatives. The documents were from judicial processes available in Jaboatão dos Guararapes, Olinda and Recife Forums, in the biennium 2004

  16. Processo de gestar e parir entre as mulheres kaingang

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Cardoso Machado Moliterno

    2013-01-01

    Full Text Available Este estudio tiene por objetivo conocer la percepción del proceso de nacimiento entre las mujeres Kaingang. Es una investigación cualitativa de abordaje etnográfico, cuyos sujetos fueron mujeres residentes en la Tierra Indígena de Faxinal de Catanduvas-PR. Datos fueron analizados por Teoría del Cuidado Transcultural. Trabajo de campo ocurrió de enero a abril de 2011 a través de la observación participante y grupo focal. La población estudiada tenía entre 14 y 100 años. La concepción de parto ha cambiado con el pasar de las generaciones, las mujeres mayores creen que sea mejor parir de cuclillas en casa, ya las menores demostraron inseguridad de tener hijos fuera del hospital. Las mujeres mostraron insatisfacción de asistencia durante el parto. Es necesaria la adecuación de las prácticas de atención de forma a preservar la cultura de la etnia sin, con todo, exponer mujeres y recién natos al riesgo de complicaciones o mortalidad.

  17. Estudo da associação entre hipertonia do complexo esfincteriano anal e dispareunia em mulheres adultas

    OpenAIRE

    2012-01-01

    Existem várias associações entre causas orgânicas e dispareunia, no entanto há poucos estudos que examinam sua relação com a hipertonia da musculatura do assoalho pélvico. Portanto, mulheres com hipertonia neste grupo muscular caracterizam uma amostra relevante para investigar a ocorrência de dispareunia. Objetivo: Estudar a possível associação entre hipertonia do complexo esfincteriano anal e dispareunia em mulheres adultas. Método: Participaram do estudo 57 mulheres, com idade de 18 a 51 an...

  18. VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: PROBLEMATIZANDO DEFINIÇÕES TEÓRICAS, FILOSÓFICAS E JURÍDICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maisa Campos Guimarães

    2015-08-01

    Full Text Available A violência doméstica contra a mulher é um fenômeno múltiplo e complexo que tem destacado importantes discussões teórico-filosóficas e questionamentos ético-políticos. O presente artigo se propõe a articular a perspectiva de gênero às análises sobre violência em suas dimensões subjetiva, histórica, social e cultural, buscando (releituras críticas acerca das definições dessas violências. O olhar sobre a cultura machista e patriarcal brasileira revela posturas de legitimação e banalização de tais violências que legislações recentes, como a Lei Maria da Penha, buscam superar. Esta lei traz inovações jurídicas e processuais que pretendem empreender mudanças legais, políticas e culturais na afirmação dos direitos humanos das mulheres. Por tais perspectivas, propomos-nos a problematizar definições e tipificações das violências contra as mulheres e articular uma compreensão com a perspectiva ética e histórica dos direitos humanos, incorporando assim as dimensões ética e política ao olhar crítico e complexo sobre a violência doméstica contra a mulher.

  19. Pornografia, desigualdade de gênero e agressão sexual contra mulheres

    OpenAIRE

    Lylla Cysne Frota D’Abreu

    2013-01-01

    Apesar do alto consumo e produção de pornografia no Brasil, parece não haver estudos empíricos no país que investiguem a relação entre o uso de pornografia e agressão sexual. O presente artigo investigou empiricamente a relação entre consumo de pornografia e perpetração de agressão sexual em estudantes universitários do sexo masculino. Os resultados mostraram que 99,7% da amostra já tiveram contato com material pornográfico, sendo que 54,3% faziam uso ocasional ou frequente. Os dados sugerira...

  20. Pornografia, desigualdade de gênero e agressão sexual contra mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lylla Cysne Frota D’Abreu

    2013-01-01

    Full Text Available Apesar do alto consumo e produção de pornografia no Brasil, parece não haver estudos empíricos no país que investiguem a relação entre o uso de pornografia e agressão sexual. O presente artigo investigou empiricamente a relação entre consumo de pornografia e perpetração de agressão sexual em estudantes universitários do sexo masculino. Os resultados mostraram que 99,7% da amostra já tiveram contato com material pornográfico, sendo que 54,3% faziam uso ocasional ou frequente. Os dados sugeriram que perpetradores apresentavam médias mais altas de consumo de pornografia em comparação a não-perpetradores, e ainda, que o consumo de pornografia violenta aumentava a severidade da agressão sexual perpetrada. Por tratar-se de um estudo transversal, recomenda-se cautela na análise dos resultados. Implicações e recomendações para pesquisas futuras são apontadas.

  1. Violência contra a mulher e atendimento psicológico: o que pensam os/as gestores/as municipais do SUS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Madge Porto

    Full Text Available Este estudo tem como objetivo apresentar o que pensam os/as gestores/as municipais do Sistema Único de Saúde - SUS - sobre o atendimento psicológico às mulheres em situação de violência. Como resultado, pode-se destacar que existe uma necessidade, percebida pelos/as gestores/as, do trabalho de psicólogas/os no contexto da violência contra a mulher. Este é entendido como uma intervenção fundamental. Entretanto, o atendimento psicológico aparece de forma isolada, desvinculado da política municipal de saúde mental.

  2. Vivência de homens autores de violência contra a mulher em Grupo Reflexivo: memórias e significados presentes

    OpenAIRE

    Tales Furtado Mistura

    2015-01-01

    Introdução: A violência contra a mulher tem se apresentado como relevante problema social e de saúde pública, ganhando expressão global na sociedade contemporânea que aponta para sua complexidade e desafios. No Brasil, a promulgação da Lei Maria da Penha (11.340/2006) representa conquista do movimento das mulheres e avanço na busca de tratamento da questão. Dentre os desafios à implementação da Lei a participação em Grupos Reflexivos tem se apresentado, a título de experiência, como estratégi...

  3. VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: SOFRIMENTO PSÍQUICO E ADOECIMENTO MENTAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ELIANY NAZARÉ OLIVEIRA

    2007-01-01

    Full Text Available La reflexión intenta explicar claramente las interfaces existentes entre violencia y dolencia mental, principalmente en mujeres que sufren la experiencia cotidiana de malos tratos. La violencia debilita la salud mental de la mujer. Las consecuencias psicológicas del abuso son aún más graves que sus efectos físicos. Frecuentemente, la experiencia del abuso destruye la autoestima de la mujer y la expone a un riesgo bastante elevado, el de sufrir problemas mentales que incluyen depresión, estrés postraumático, tendencia al suicidio y consumo de substancias, como tranquilizantes y alcohol. En este contexto, miles de mujeres adolecen silenciosamente, sin que haya identificación, sondeo y amparo de sus problemas.

  4. Ideologia judaico-cristã: a violência simbólica contra a mulher transmitida historicamente e reproduzida pelos agentes escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andreza Marques de Castro Leão

    2015-10-01

    Full Text Available A ideologia oriunda do pensamento religioso transita na sociedade por meio dos seus agentes formadores. No contexto escolar nota-se uma realidade aplicável ao conceito de violência que estabelece uma cultura de submissão da mulher ao homem e que se reproduz por meio destes agentes. De fato a ideologia religiosa da cultura judaico-cristã chegou à educação nas suas várias nuances, inclusive na cultura escolar de maneira sutil, através da interiorização de seus conceitos pelos indivíduos que o assimilaram como natural. Considerando esta realidade, o presente estudo, de cunho teórico, problematiza o conceito de ideologia, buscando compreender a trajetória da sujeição da mulher, da antiguidade aos dias atuais, bem como, esboça o quadro político da contra-ideologia. Em linhas gerais, busca mostrar que os adeptos da cultura judaico-cristã persistem em perpetuar a violência simbólica contra a mulher a qual tem sido cada vez mais questionada, principalmente, quando confrontada com os escritos do criador do cristianismo, que colocou a mulher em condição e tratamento de igualdade, sem desvalorização. Outrossim, este artigo denuncia que é preciso um olhar mais atento da academia às sutilezas dos livros considerados sagrados, pois podem trazer importantes elementos para a compreensão dos muitos mitos e tabus das relações de gênero presentes na contemporaneidade.

  5. A banalização da violência contra as mulheres e a “cultura do estupro” no Brasil

    OpenAIRE

    Almeida, Marlise Míriam de Matos

    2016-01-01

    Recentemente, a expressão “cultura do estupro” ganhou o debate público a partir de fatos como o do estupro coletivo ocorrido no Rio de Janeiro há algumas semanas. Essa expressão surpreendeu a muitos, já que nem todos a conheciam – embora o que ela revele as pessoas conheçam. Gostaríamos, portanto, de discutir a temática da violência contra a mulher e, a partir disso, discutir o que seria a cultura do estupro

  6. Representação Social das Relações Sexuais: um Estudo Transgeracional entre Mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kay Francis Leal Vieira

    Full Text Available Resumo Relações sexuais são influenciadas por normas, valores cristãos, cultura, política e economia, fazendo com que a mulher, ao longo da história, só as praticasse após o casamento. Entretanto, muitas mudanças ocorreram, sendo perceptíveis, atualmente, transformações conceituais e práticas no comportamento sexual das mulheres. Frente ao exposto, objetivou-se analisar as representações sociais das mulheres acerca das relações sexuais. Tratou-se de uma pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, cuja amostra foi composta por 60 mulheres, divididas em quatro gerações, sendo 15 adolescentes, 15 adultas jovens, 15 mulheres na meia-idade e 15 idosas, que responderam a um questionário. Os dados foram analisados por meio técnica de Análise de Conteúdo Temática proposta por Bardin. Observou-se que as relações sexuais foram representadas consensualmente entre as gerações através da afetividade e do prazer. As mulheres representaram as relações sexuais por meio dos aspectos biopsicossociais que compõem a sexualidade humana, apresentando semelhanças e divergências entre as gerações.

  7. Fatores de risco para violência contra a mulher no contexto doméstico e coletivo Risk factors for violence against women in the domestic and collective contexts

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiza Jane Eyre de Souza Vieira

    2008-09-01

    Full Text Available Este trabalho descreve os fatores de risco para violência doméstica e coletiva contra a mulher, a compreensão dessas mulheres sobre a violência doméstica e coletiva e a aplicação do Modelo Calgary de Avaliação em Famílias (MCAF, em moradores de uma comunidade, em Fortaleza, Ceará. Foi um estudo de caso com 20 famílias, e, entre estas, foram escolhidas quatro que apresentaram maior potencial para violência contra a mulher, em 2005. Os resultados mostraram que as mulheres conhecem alguns fatores de risco para violência, porém aparentam não saber agir no sentido de evitá-la; as condições desfavoráveis de habitação e entorno familiar são percebidos como risco. A violência é percebida, principalmente pela mulher, como "algo comum" no cotidiano do casal. O álcool, o uso da droga ilícita, o desemprego e a baixa escolaridade também agravam a ocorrência da violência entre as famílias participantes. Conclui-se que as mulheres enfrentam, em seu cotidiano, diferentes modos de violência. Elas vivem em um sistema de isolamento social e político que pode contribuir para a reprodução de mecanismos mais complexos de violência, impedindo-as de manifestarem-se de forma mais autônoma.This article describes risk factors for domestic and collective violence against women, these women's understanding of domestic and collective violence and the administration of the Calgary Family Assessment Model (CFAM to community residents in the city of Fortaleza, state of Ceará. It was a case study conducted in 2005 with 20 families. Four families were selected because they showed high potential for violence against women. The results showed that the women know about some risk factors for violence; however, they apparently do not know how to act with the objective of avoiding it. Unfavorable housing and family conditions are perceived as risk factors. Violence is perceived by the woman as something common in the daily life of the couple

  8. Ansiedade e depressao entre homens e mulheres submetidos a intervencao coronaria percutanea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Kiyomi Furuya

    2013-12-01

    Full Text Available Estudo descritivo, transversal, correlacional, que objetivou verificar a associação entre a presença de ansiedade e depressão após a alta hospitalar em pacientes submetidos à intervenção coronária percutânea (ICP, segundo o sexo. Foram avaliados 59 pacientes submetidos à ICP e em acompanhamento ambulatorial nos primeiros sete meses após a alta hospitalar. Para avaliação de sintomas de ansiedade e de depressão foi utilizada a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS. Para testar as possíveis associações entre as variáveis ansiedade, depressão e sexo foi utilizado o teste de qui-quadrado, com nível de significância de 5%. Os resultados indicaram maior número de mulheres com depressão, sendo que a associação entre as variáveis sexo e depressão mostrou-se estatisticamente significativa. Em relação à ansiedade, os casos foram mais frequentes no sexo masculino e a associação entre as variáveis sexo e ansiedade não foi estatisticamente significativa.

  9. Ansiedade e depressao entre homens e mulheres submetidos a intervencao coronaria percutanea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Kiyomi Furuya

    2013-12-01

    Full Text Available Estudo descritivo, transversal, correlacional, que objetivou verificar a associação entre a presença de ansiedade e depressão após a alta hospitalar em pacientes submetidos à intervenção coronária percutânea (ICP, segundo o sexo. Foram avaliados 59 pacientes submetidos à ICP e em acompanhamento ambulatorial nos primeiros sete meses após a alta hospitalar. Para avaliação de sintomas de ansiedade e de depressão foi utilizada a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS. Para testar as possíveis associações entre as variáveis ansiedade, depressão e sexo foi utilizado o teste de qui-quadrado, com nível de significância de 5%. Os resultados indicaram maior número de mulheres com depressão, sendo que a associação entre as variáveis sexo e depressão mostrou-se estatisticamente significativa. Em relação à ansiedade, os casos foram mais frequentes no sexo masculino e a associação entre as variáveis sexo e ansiedade não foi estatisticamente significativa.

  10. Subnotificação e (invisibilidade da violência contra mulheres na atenção primária à saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Kind

    2013-09-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve por objetivo mapear indicadores de violências contra mulheres em unidades básicas de saúde de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, e identificar as dificuldades experimentadas por profissionais de saúde na notificação de violências. Dados epidemiológicos sobre esse tipo de notificação foram levantados no sistema de informações da Secretaria Municipal de Saúde. Dados qualitativos foram produzidos com questionário semiestruturado e três sessões de grupos focais, com a participação de 270 profissionais da atenção primária à saúde. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo, sendo codificados, categorizados e discutidos à luz da revisão de literatura. Um eixo analítico central foi denominado (invisibilidade da violência contra mulheres. Emergem dos dados tanto o reconhecimento da violência como problema de saúde pública quanto a invisibilidade que impede o seu enfrentamento. Observa-se que a notificação é frequentemente tomada como denúncia, o que dificulta o avanço nas discussões e ações concernentes ao problema.

  11. Asociación entre enfermedad cardiovascular y anticuerpos contra Chlamydia pneumoniae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    García-Elorriaga Guadalupe de los A

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo. Precisar si existe asociación entre enfermedad cardiovascular (ECV y anticuerpos contra Chlamydia en población mexicana. Material y métodos. Estudio transversal, realizado en la Unidad de Investigación en Inmunología e Infectología -Hospital de Infectología del Centro Médico Nacional La Raza (CMNR- y en el Servicio de Cirugía Cardiovascular y Asistencia Circulatoria, del Hospital General del CMNR, Instituto Mexicano del Seguro Social (IMSS, de agosto de 1998 a abril de 2000. Se determinaron anticuerpos IgG e IgM contra C. psittaci, C. trachomatis y C. pneumoniae mediante microinmunofluorescencia, en suero de 70 pacientes con ECV hospitalizados en el CMNR, mayores de 30 años, de uno u otro sexo, y se compararon con 140 sanos, pareados por edad y sexo. Se utilizaron muestras aleatorias simples, con un tamaño poblacional de 110, una prevalencia de 50% y un nivel de confianza de 99%. Para establecer la diferencia entre las proporciones de los títulos se utilizó ji cuadrada y se calculó la razón de momios. Resultados. El 94.3% (66/70 de los pacientes presentó IgG en contra de C. pneumoniae vs 37% (52/140 de los individuos sanos (p<0.001. Conclusiones. Existe una fuerte asociación entre anticuerpos IgG hacia C. pneumoniae y ECV.

  12. Introdução à violência contra as mulheres como um problema de direitos humanos e de saúde pública An introduction to violence against women as a human rights and public health problem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Porto Ruwer de Azambuja

    2008-09-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é apresentar àqueles(as que se iniciam no estudo da violência praticada contra as mulheres uma breve contextualização histórica do modo como, gradualmente, este se tornou um tema do campo dos Direitos Humanos e da Saúde Pública. Partimos da Declaração Universal dos Direitos dos Homens para, em seguida, discutirmos sua importância para o campo dos Direitos Humanos e analisarmos a polêmica entre direitos humanos versus direitos das mulheres. Posteriormente, apresentamos as diversas convenções e tratados internacionais de proteção dos direitos das mulheres e sua importância para a conscientização da Saúde Pública, com relação ao fenômeno da violência. Inicialmente abordada como "causas externas" de morbidade e mortalidade, devido à grande incidência e aos elevados prejuízos sociais, econômicos e de saúde (física e psicológica, atualmente a violência é reconhecida como um campo específico e urgente de intervenção sob a perspectiva da Saúde Pública. De modo particular, a violência praticada contra as mulheres é um problema de proporções mundiais, que atinge pessoas de todas as classes sociais, religiões e etnias. Afirmamos que, a partir da inclusão da violência contra as mulheres na arena dos direitos humanos e da Saúde Pública, começaram a ocorrer transformações mais efetivas nas políticas legais de muitos países, como a criação de programas de intervenção e outros suportes. Por fim, apresentamos a situação do Brasil com relação à igualdade de gênero.The aim of this paper is to show to those who are beginning to study the subject of violence against women a brief historical overview of the way it gradually became a theme of the fields of Human Rights and Public Health. We start with the Universal Declaration of Human Rights to discuss its importance for the field of Human Rights and to analyze the polemic between human rights versus women's rights. After that, we

  13. Asociación entre enfermedad cardiovascular y anticuerpos contra Chlamydia pneumoniae

    OpenAIRE

    García-Elorriaga Guadalupe de los A; Calderón-Abbo Moisés; González-Bonilla César R

    2002-01-01

    Objetivo. Precisar si existe asociación entre enfermedad cardiovascular (ECV) y anticuerpos contra Chlamydia en población mexicana. Material y métodos. Estudio transversal, realizado en la Unidad de Investigación en Inmunología e Infectología -Hospital de Infectología del Centro Médico Nacional La Raza (CMNR)- y en el Servicio de Cirugía Cardiovascular y Asistencia Circulatoria, del Hospital General del CMNR, Instituto Mexicano del Seguro Social (IMSS), de agosto de 1998 a abril de 2000. Se d...

  14. Asociación entre enfermedad cardiovascular y anticuerpos contra Chlamydia pneumoniae

    OpenAIRE

    García-Elorriaga Guadalupe de los A; Calderón-Abbo Moisés; González-Bonilla César R

    2002-01-01

    Objetivo. Precisar si existe asociación entre enfermedad cardiovascular (ECV) y anticuerpos contra Chlamydia en población mexicana. Material y métodos. Estudio transversal, realizado en la Unidad de Investigación en Inmunología e Infectología -Hospital de Infectología del Centro Médico Nacional La Raza (CMNR)- y en el Servicio de Cirugía Cardiovascular y Asistencia Circulatoria, del Hospital General del CMNR, Instituto Mexicano del Seguro Social (IMSS), de agosto de 1998 a abril de 2000. Se d...

  15. Prevenção da violência contra mulheres: desafios na articulação de uma rede intersetorial Prevention of violence against women: challenges in the articulation of an intersetorial network Prevenção da violência contra mulheres: desafios na articulação de uma rede intersetorial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Krieger Grossi

    2012-11-01

    Full Text Available

    Este artigo tem por objetivo destacar a importância da intersetorialidade na prevenção da violência contra a mulher através da articulação de diferentes atores sociais preocupados e comprometidos com a redução dos índices de violência contra a mulher e conseqüentemente com uma sociedade mais justa e equitativa. Estes desafios na articulação da rede de serviços de proteção à mulher em situação de violência doméstica serão ilustrados pelas falas de gestores das políticas de assistência social, coordenadores das Políticas de Mulheres e profissionais que atuam em Centros de Referência de Mulheres, Centros de Referência de Assistência Social (CRAS e Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS em municípios do Estado do Rio Grande do Sul.

    This article has the objective of highlighting the importance of sectoriality action in the prevention of violence against women through the articulation of different social actors concerned and committed to the reduction of the violence against women rates, and consequently with a more fair and equal society. These challenges in the articulation of the network of protection services for women in domestic violence are illustrated by the managers of the social welfare policies, coordinators of women´s policies and professionals that work in Reference Centers for Women, Reference Centers of Social Welfare (CRAS and Specialized Reference Center of Social Welfare (CREAS in municipalities of the State of Rio Grande do Sul.

    Este artigo tem por objetivo destacar a importância da intersetorialidade na prevenção da violência contra a mulher através da articulação de diferentes atores sociais preocupados e comprometidos com a redução dos índices de violência contra a mulher e consequentemente com uma sociedade mais justa e equitativa. Estes desafios na articulação da rede de serviços de proteção à mulher em situação de violência dom

  16. "Tem mulher, tem preventivo": sentidos das práticas preventivas do câncer do colo do útero entre mulheres de Salvador, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana María Rico

    2013-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi compreender os significados das práticas preventivas do câncer do colo do útero entre mulheres de bairros populares de Salvador, Bahia, Brasil. Trata-se de estudo qualitativo, baseado na análise de conteúdo de entrevistas semiestruturadas com 15 mulheres entre 24 e 68 anos. Os resultados evidenciam alta valorização do Papanicolaou, que é realizado como parte de exames de rotina, sem, no entanto, sustentar-se no conhecimento biomédico sobre as suas funções. Além da acessibilidade aos serviços de saúde e da qualidade destes, outros fatores interferem na forma como essas mulheres significam a prevenção do câncer do colo do útero. Valores morais associados à sexualidade e ao gênero interferem na percepção de risco, na adoção de práticas preventivas e na interpretação dos resultados da citologia cervical. A realização continuada do Papanicolaou faz parte da construção da feminilidade, que é associada com maturidade e responsabilidade pessoal pelo cuidado de si em um contexto de medicalização do corpo feminino.

  17. Violência(s contra a(s diferentes mulhe(res: a proibição do aborto e a urgência de tornar visível o socialmente invisibilizado / Violence(s against (different woman(en: the prohibition of abortion and the urgency of turning visible the socially...

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelli Cipriani

    2016-02-01

    Full Text Available Este artigo problematiza, a partir de uma perspectiva de gênero, a proibição do aborto como espécie de violência(s contra a(s diferentes mulher(es, demonstrando de que forma os discursos acerca da vida, da moral e do corpo corroboram com as tradicionais concepção de tutela e subordinação femininas, construídas historicamente. A partir de tanto, efetua uma análise dos enunciados proferidos por intermédio do poder judiciário, a fim de apontar o papel desempenhado pelo Direito na reprodução das desigualdades de prerrogativas entre os sexos.

  18. Determinantes do aborto provocado entre mulheres admitidas em hospitais em localidade da região Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fonseca Walter

    1996-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar os determinantes do aborto provocado entre mulheres admitidas por complicações decorrentes dos abortos, nos hospitais-maternidades públicos em Fortaleza, CE (Brasil foram entrevistadas 4.359 pacientes entre 1º de outubro de 1992 e 30 de setembro de 1993. Os dados foram coletados através de questionário estruturado. São apresentados os determinantes dos abortos provocados em 2.084 (48% mulheres classificadas como tendo induzido aborto. Dois terços (66% das mulheres relataram a indução do aborto com o uso isolado do Cytotec(R (misoprostol ou associado a outro meio abortivo. Os resultados indicam que, na população estudada, a indução do aborto é prática comum entre jovens, solteiras (ou que vivem sem um parceiro estável, de baixa paridade, com escolaridade incipiente e não-usuárias de métodos contraceptivos. Recomenda-se a realização de estudos que investiguem os conhecimentos relacionados a percepções, conceitos culturais do aborto, e às razões por que mulheres pobres fracassam na adoção de métodos de planejamento familiar.

  19. Posicionamentos críticos e éticos sobre a violência contra as mulheres Critical and ethical positions about the violence against women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benedito Medrado Dantas

    2008-01-01

    Full Text Available Neste texto realizamos um exercício teórico estudando a situação de homens que cometem violência contra mulheres. Buscando pesquisar como as pessoas se posicionam e são posicionadas em práticas de poder e jogos de verdade, pressupomos ser imprescindível compreender os recursos discursivos e não-discursivos que instauram, constroem e mantêm uma prática, no caso a de violência às mulheres. Colocamos em discussão a atenção dada aos homens autores de violência nas diretrizes governamentais, dando ênfase a Lei Maria da Penha, concluindo que temos em jogo duas direções de análises e intervenções que se imbricam: por um lado, discussões e manifestações que incluem homens e mulheres, difundindo críticas ao modelo hegemônico sexista, por meio de produções artísticas, jornalísticas, publicitárias, conferências, pesquisas etc.; por outro lado, ações de mobilização voltadas para os "agentes sociais" que já atuam nas situações de violência contra a mulher para que mudem a perspectiva de suas intervenções, dando também atenção aos homens.In this text, we performed a theoretical exercise by focusing our analysis on the men who commit violence against women. In order to understand how people situate themselves and are situated within empowerment practices and truth games, we think that is absolutely essential to comprehend the narrative and the non-narrative resources that install, create and maintain any given practice, such as the violence against women. The goal of the study is to discuss the attention paid to the men who commit violence considering the government policies with special emphasis to the "Maria da Penha" Law. We concluded that there are two directions of analyses and interventions that are interconnected, such as: on one hand, there are forums and demonstrations that involve men and women spreading criticisms to the hegemonic sexist model through artistic, media, publicity, conferences, research

  20. A mulher entre (invisibilidades e corpos adormecidos: percebendo o gênero nas tessituras do silêncio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Lailsa Ribeiro Pinto

    2014-10-01

    Full Text Available Este trabalho documental de cunho qualitativo pretende tecer gestos de interpretação acerca das representações da mulher a partir do romance A casa das belas adormecidas apontando para vestígios da segregação social e política a que as mulheres foram historicamente situadas que ocasionaram em sua ampla invisibilidade enquanto sujeito. Desta forma, Kawabata descreve as profundezas da alma feminina através da aparição do corpo em cena enquanto objeto de desejo, cuja invisibilidade mostra-se produzida a partir de discursos que caracterizam e distinguem lugares sociais para homens e mulheres apresentando muitas vezes o mundo doméstico como “verdadeiro” lugar da mulher. Nossos fundamentos teóricos baseiam-se em PERROT (2003, BEAUVOIR (1949 e LAURETIS (1994 e LOURO (1997, para que sejam lançados olhares reflexivos acerca do silenciamento ocasionado pela representação simbólica das diferenças entre os sexos, que apoiam e sustentam um sistema de gênero que ainda preserva resquícios da desigualdade entre os gêneros na atualidade.

  1. Violência contra a mulher: revisão sistemática da produção científica nacional no período de 2009 a 2013

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lídia Ester Lopes da Silva

    2015-11-01

    Full Text Available A violência contra a mulher é um problema de proporção mundial, com tendência de crescimento nas publicações devido à sua magnitude. Pretende-se analisar a produção científica sobre a questão, publicada entre 2009 e 2013. Revisão sistemática de artigos indexados na Biblioteca Virtual em Saúde. Incluíram-se pesquisas disponíveis gratuitamente on-line e publicadas na íntegra em português no Brasil. Excluíram-se artigos sem o padrão científico, publicados no exterior e informativos governamentais. Os estudos foram avaliados quanto aos aspectos metodológicos e relacionados à violência, sendo os dados submetidos à análise estatística no SPSS e no Excel. A maioria dos 148 textos foram qualitativos, publicados em 2011, por até 3 autores, tendo as vítimas como sujeitos avaliados principalmente com Análise de Conteúdo. Os tipos de violências identificadas foram física, sexual e psicológica, de formas sobrepostas e relacionadas a consequências físicas e mentais. Os achados convergem com a tendência atual em pesquisar a violência de forma qualitativa, para compreender com profundidade as experiências das vítimas. Espera-se que o estudo contribua à sensibilização quanto à necessidade de abordar o tema, com vistas a promover a saúde das mulheres.

  2. The meaning of the rubella vaccine for pregnant women El significado de la vacuna contra la rubeola para las mujeres gestantes O significado da vacina contra rubéola para as mulheres grávidas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcia Maria Tonzar Ristori Ozaki

    2007-08-01

    ño de su papel como agentes promotores de la salud.Buscou-se descrever o significado da vacina contra rubéola para mulheres que se descobriram grávidas após receberem a vacina dupla viral, por ocasião da campanha contra rubéola-2001, na DIR XX de São João da Boa Vista, SP. Adotou-se como referencial a Teoria das Representações Sociais. A coleta de dados foi realizada através da técnica do Discurso do Sujeito Coletivo com 18 mulheres grávidas e que engravidaram até 30 dias após aplicação da vacina, consideradas suscetíveis à rubéola, residentes em 10 municípios da região. Através dos discursos das mesmas, foi possível desvelar a diversidade de significados da vacina contra a rubéola quando aplicada durante a gravidez, representada como ameaça à sua integridade, à de seu filho e ao seu relacionamento conjugal. Esses significados constituem-se em importante fonte de informação que propicia aos profissionais de saúde e gestores reflexão sobre o seu papel como agentes promotores de saúde.

  3. Associação entre aptidão funcional e excesso de peso em mulheres idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassiano Ricardo Rech

    2010-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi verificar associação entre a aptidão funcional (AF e o excesso de peso (EP em mulheres idosas. Foram avaliadas 394 mulheres com idade média de 69.4 anos (DP = 3.4 anos. A AF foi mensurada por meio da bateria de testes motores. O EP foi determinado pela mensuração das variáveis de massa corporal e estatura. Posteriormente foi calculado o índice de massa corporal. Os resultados da aptidão funcional foram comparados com os valores normativos da bateria de testes da AAHPERD para mulheres idosas. Para análise dos dados utilizou-se a análise descritiva. A associação entre a AF e o EP de peso foi verificado pelo teste do Qui-quadrado (p < .05. Os resultados apontam para uma prevalência de EP de 46.5%. Observou-se uma associação estatística (p < .05 entre o índice de AF (IAFG e o EP entre as idosas, sendo que 87.8% das idosas com EP apresentaram um IAFG considerado como fraco. Idosas com EP apresentaram 5.07 (IC 95% = 3.12 – 7.14 vezes mais probabilidade de terem baixa AF quando comparadas com idosas eutróficas. Os resultados permitem concluir que a condição morfológica (EP necessita ser considerada na avaliação da AF de mulheres idosas.

  4. Violência contra a mulher: percepção dos médicos das unidades básicas de saúde da cidade de Ribeirão Preto, São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Garbelini De Ferrante

    2009-12-01

    Full Text Available Violência contra a mulher é um fenômeno complexo e altamente prevalente, considerado problema de saúde pública. Comumente, as mulheres afetadas buscam serviços de saúde para tratar sintomas associados. Este estudo, de abordagem qualitativa, teve por objetivo verificar a percepção dos médicos das unidades básicas de saúde de Ribeirão Preto-SP sobre violência contra a mulher perpetrada por parceiro íntimo. Os dados foram levantados por meio de entrevistas com 14 médicos ginecologistas-obstetras e clínicos gerais. A análise de conteúdo permitiu definir os seguintes temas: conhecimento sobre tipos e gravidade de violência, percepções acerca de quem é a mulher acometida, prática médica frente à situação de violência, possibilidades de intervenções e barreiras de acesso ao serviço. Os médicos, por se sentirem despreparados para abordar o tema, o enfrentam com muitos preconceitos de classe social e gênero, transferindo a responsabilidade, por eventuais falhas no atendimento, aos "outros": os serviços, a rede e as mulheres.

  5. Violência contra a mulher: percepção dos médicos das unidades básicas de saúde da cidade de Ribeirão Preto, São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Garbelini De Ferrante

    Full Text Available Violência contra a mulher é um fenômeno complexo e altamente prevalente, considerado problema de saúde pública. Comumente, as mulheres afetadas buscam serviços de saúde para tratar sintomas associados. Este estudo, de abordagem qualitativa, teve por objetivo verificar a percepção dos médicos das unidades básicas de saúde de Ribeirão Preto-SP sobre violência contra a mulher perpetrada por parceiro íntimo. Os dados foram levantados por meio de entrevistas com 14 médicos ginecologistas-obstetras e clínicos gerais. A análise de conteúdo permitiu definir os seguintes temas: conhecimento sobre tipos e gravidade de violência, percepções acerca de quem é a mulher acometida, prática médica frente à situação de violência, possibilidades de intervenções e barreiras de acesso ao serviço. Os médicos, por se sentirem despreparados para abordar o tema, o enfrentam com muitos preconceitos de classe social e gênero, transferindo a responsabilidade, por eventuais falhas no atendimento, aos "outros": os serviços, a rede e as mulheres.

  6. Violência contra a mulher: estudo em uma unidade de atenção primária à saúde Violence against women: a study in a primary healthcare unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilia Blima Schraiber

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: É escasso o conhecimento sobre a ocorrência de violência contra a mulher no contexto brasileiro. A questão raramente aparece nos diagnósticos e nas condutas realizados nos serviços de saúde, apesar da magnitude e das importantes repercussões dessa forma de violência nas condições de saúde da população. Buscou-se encontrar casos de violência contra a mulher, identificando a natureza do ato perpetrado, a qualidade/gravidade da violência e a relação do(a agressor(a com a mulher. MÉTODOS: O estudo foi realizado no Município de São Paulo, entre usuárias de uma unidade básica de saúde, durante dois meses, em 1998. A busca ativa de casos de violência e sua freqüência foi realizada mediante entrevista padronizada, aplicada a todas as mulheres de 15 a 49 anos que foram atendidas no período da pesquisa. Foram entrevistadas 322 mulheres. RESULTADOS: Ao todo, 143 usuárias (44,4%; IC95%=38,9-49,8% relataram pelo menos um episódio de violência física na vida adulta, sendo que, em 110 casos, o ato de violência partiu de companheiros ou familiares (34,1%; IC95%=28,9-39,3%. Relataram a ocorrência de pelo menos um episódio de violência sexual na vida adulta 37 mulheres (11,5%; IC95%=8,0-14,9%; em 23 casos, os autores da ação eram companheiros ou familiares (7,1%; IC95%=4,3-9,9%. CONCLUSÕES: Assim como já demonstrado em outros países, a violência física e sexual teve alta magnitude entre as mulheres usuárias dos serviços básicos de saúde. Os companheiros e familiares são os principais perpetradores, e os casos são, em sua maioria, severos e repetitivos.OBJECTIVES: There is scarce information on violence against women in the Brazilian society. This fact is rarely reported in medical records as part of the diagnosis and case management, despite evidence showing the significant impact of violence on the population's health. The study aim was to estimate the occurrence of violence against women, and to

  7. Judiciarização do privado e violência contra a mulher "Judicialization" of the private and violence against women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María del Carmen Cortizo

    2010-06-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta alguns dos paradoxos presentes na Lei Maria da Penha, tendo como referentes teóricos as recentes análises sobre os processos de jurisdiciarização da vida privada. A mencionada Lei trata sobre relações que por muito tempo foram consideradas fora do espaço regulatório do Estado e tem por objetivo principal erradicar e punir as formas de violência doméstica contra a mulher. Os paradoxos, aos que fazemos referência, apresentam-se tanto no grau de ampliação dos processos de criminalização, quanto na aplicação concreta por parte do sistema jurídico-judicial do Estado. Neste sentido, assinalamos os problemas de uma aplicação da lei que possa vir a reproduzir a cultura jurídica conservadora presente na sociedade e, portanto, nos operadores de direitos, caso não se compreenda a questão da violência contra a mulher e as suas formas de prevenção e punição como uma questão cultural complexa, que não se esgota na jurisdiciarização do espaço privado.This article presents some paradoxes present in the Maria da Penha Law, using as theoretical references the recent analyses about the processes of "judicialization" of private life. The law mentioned applies to relations that for many years were considered outside the regulatory space of the State. Its principal objective is to eradicate and punish domestic violence against women. The paradoxes to which we refer appear both in the degree of expansion of the processes of criminalization, as well as in the concrete application by the State's legal-judicial system. We indicate problems related to application of the law in a way that reproduces the conservative legal culture present in society and therefore, in the operators of rights. This is exacerbated if the question of violence against women, as well as forms for prevention and punishment, are not understood as a complex cultural issue that is not limited to the "judicialization" of private space.

  8. Renunciantes de direitos? A problemática do enfrentamento público da violência contra a mulher: o caso da delegacia da mulher Disclaiming of rights? Public policies to tackle violence against women: the case study of the women's police station

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Reis Brandão

    2006-01-01

    Full Text Available O artigo discute a "suspensão" da queixa policial na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM, procedimento usual até a Lei nº 9.099/95, que instituiu os Juizados Especiais Criminais e o novo encaminhamento jurídico para as denúncias de atos violentos contra as mulheres. Trata-se de um estudo etnográfico, realizado entre 1995-1996, no qual se observou a dinâmica de atendimento policial em uma DEAM do estado do Rio de Janeiro, tendo sido também entrevistadas 32 mulheres que recorriam à DEAM em momento posterior à denúncia, para prestarem depoimentos ou solicitarem a "retirada" da queixa. Dentre os resultados, abordam-se as especificidades da demanda feminina à polícia, na qual os delitos denunciados estão subsumidos a um conjunto mais amplo de queixas referidas às "perturbações" masculinas à ordem familiar.This paper deals with the "suspension" of complaints from the records of the Women's Police Station, until Act n. 9.099/95. The ethnographic study was carried out at a police station in the state of Rio de Janeiro (1995-1996 and included the examination of police records, interviews with the victims and observation of daily work at the office. Quite often women from the working class who are victims of marital violence chose not to legally punish their partners, contrarily to feminist's expectations. The results show the specificities of the feminine demand to the police, in which denounced crimes are included in a wider ensemble of complaints referred to male "disturbances" to the family order. The "suspension" of the complaint appears in such context as a police procedure which finds support in the doubtful position of the victims as for the criminalization of their partner's attitude and in the probable impunity of the accused, a strong characteristic of the Brazilian juridical system. Since most victims see the police intervention as a way to reorganize the familiar and conjugal relationship or to make it

  9. Monopólio masculino do xamanismo amazônico: o contra-exemplo das mulheres xamã shipibo-conibo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anne-Marie Colpron

    2005-04-01

    Full Text Available A literatura etnológica sobre os Shipibo-Conibo da Amazônia ocidental atribui o papel prestigioso de xamã apenas aos homens. A pesquisa etnográfica nessa sociedade permitiu descobrir, porém, uma dúzia de mulheres xamãs que exercem atividades comparáveis a de seus confrades. Essas mulheres intervêm em domínios correntemente considerados masculinos na área amazônica: o controle da sexualidade, a caça e o xamanismo ofensivo/defensivo. Apresentando brevemente seus poderes xamânicos, este artigo procura nuançar as categorias sexuais típicas, próprias do estudo do xamanismo amazônico, visando demonstrar como as relações de gênero não são aqui necessariamente concebidas de maneira dicotômica e como a idéia de um xamanismo por essência masculino ocultou a existência de mulheres xamãs entre os Shipibo-Conibo.The ethnographic literature on the Shipibo-Conibo of Western Amazonia attributes the prestigious role of shaman to men only. However, my recent ethnographic research into this society has revealed at least a dozen female shamans who perform activities comparable to those of their male colleagues. These women intervene in what are typically considered to be male domains in Amazonia: the control of sexuality, hunting and offensive/defensive shamanism. Starting with a brief overview of their shamanic powers, this article looks to develop a more nuanced analysis of the sexual categories typical to the study of Amazonian shamanism, demonstrating how gender relations are not necessarily conceived here in a dichotomous fashion and how the idea of an essentially male shamanism has obscured the existence of female shamans among the Shipibo-Conibo.

  10. Sem Direito de Amar?: A Vontade de Ter Filhos Entre Homens (e Mulheres Vivendo Com o HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paiva Vera

    2002-01-01

    Full Text Available Desafios permanecem na prevenção e cuidado da aids. Nesse artigo apresentamos resultados de pesquisa com 250 homens portadores do HIV que fazem sexo com mulheres, sobre o cuidado à sua saúde reprodutiva em centros de referência de aids e comparamos com estudos entre mulheres portadoras. 43% dos homens e até 20 % das mulheres entrevistadas querem ter filhos, principalmente os que não têm filhos. 85% dos homens mantém atividade sexual e é baixo o nível de informação sobre reprodução na condição de portadores. Apesar das conquistas que permitem a paternidade sem infecção da parceira e da criança, os resultados indicam pouco acolhimento, mesmo nos centros de excelência pesquisados. Sugerimos como temas centrais no treinamento de profissionais e na organização de programas: a obrigatoriedade ética e constitucional de promoção dos direitos reprodutivos, desafiar o estigma anti-família associado às pessoas vivendo com HIV e às noções essencialistas que naturalizam as definições sobre a família e os gêneros.

  11. Vivências para o enfrentamento do HIV entre mulheres infectadas pelo vírus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli Teresinha Gimeniz Galvão

    2011-12-01

    Full Text Available Objetivou-se descrever relatos e situações vivenciadas por mulheres infectadas pelo HIV para o enfrentamento da infecção. Realizou-se um estudo qualitativo, cujo cenário foi um serviço de assistência especializada em Fortaleza-CE em 2007. Participaram 14 mulheres com diagnóstico de infecção pelo HIV que tiveram entrevistas audiogravadas, cujos conteúdos analisados possibilitaram a categoria Motivações ao enfrentamento do HIV/AIDS e as subcategorias a religiosidade, o suporte social e familiar, a presença de filhos e a cumplicidade profissional como fatores positivos para o enfrentamento da infecção. Concluiu-se que as mulheres necessitam de cuidado e apoio dos profissionais e dos familiares para se manter estimuladas no processo do cuidado.

  12. VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E A PRÁTICA ASSISTENCIAL NA PERCEPÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA SAÚDE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ethel Bastos da Silva

    2015-01-01

    Full Text Available Se ha buscado conocer y analizar las concepciones de profesionales de los equipos de salud de la familia, con relación a la violencia contra la mujer y a la práctica asistencial, por medio de la Pesquisa Participante desarrollada en una ciudad ubicada en la región noroeste del Estado de Rio Grande do Sul. Participaron treinta profesionales en ocho reuniones que se constituyeron de un proceso de reflexión y aprendizaje durante los meses de septiembre a diciembre de 2012. Los datos fueron analizados por contenido temático. Los profesionales comprenden que la violencia contra la mujer existe debido a la jerarquía en las relaciones entre hombres y mujeres en que se le confiere más poder al hombre, situación que lo legitima a practicar dicha violencia. La práctica asistencial parte de una concepción biológica del problema con tendencia a la social. Los cuidados se dirigen hacia el tratamiento de la lesión física, escucha, orientación a la denuncia y encaminamiento a los sectores especializados de salud y asistencia social.

  13. Violência contra a mulher: a visibilidade do problema para um grupo de profissionais de saúde Violencia contra la mujer: la visibilidad del problema para un grupo de profesionales de salud Violence against women: visibility of the problem according to the health team

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelina Lettiere

    2008-09-01

    Full Text Available A identificação de mulheres em situação de violência é de extrema importância. Entretanto, o setor saúde nem sempre vem oferecendo uma resposta satisfatória para o problema. Buscamos identificar como os profissionais de saúde de uma maternidade percebem e atuam frente situação de violência. Constitui-se uma pesquisa qualitativa, sendo os dados coletados através de entrevistas semi-estruturadas e analisados pela modalidade temática. O grupo de estudo foi composto por 12 profissionais de saúde de uma maternidade filantrópica de Ribeirão Preto. Observou-se que os profissionais de saúde caracterizaram a violência contra a mulher como um problema sério e importante na sociedade, tendo como causa e conseqüência à desigualdade de gênero. No entanto, na prática profissional há uma abordagem reducionista e biologicista com fragmentação da atenção à saúde da mulher, justificado pela falta de formação profissional, suporte institucional e de uma equipe multidisciplinar.La identificación de mujeres en situación de violencia es de extrema importancia. Sin embargo, el sector salud no siempre viene ofreciendo una respuesta satisfactoria para el problema. La finalidad del presente trabajo fue identificar mediante una investigación cualitativa cómo perciben y actúan ante la violencia los profesionales de salud. Los datos fueron recolectados a través de entrevistas semiestructuradas y analizadas por la modalidad temática. El grupo de estudio estuvo compuesto por 12 profesionales de salud de una maternidad filantrópica de Ribeirao Preto - Brasil. Se observó que los profesionales de salud caracterizaron a la violencia contra la mujer como un problema serio e importante de la sociedad, teniendo como causa y consecuencia a la desigualdad de género. Entre tanto, en la práctica profesional existe un abordaje reduccionista y biologicista con fragmentación de la atención a la salud de la mujer, justificado por la falta de

  14. Mago contra falsario: un duelo de insultos entre Calvino y Servet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tausiet, María

    2010-06-01

    Full Text Available The trial of the Spanish theologian and physician Miguel Servet, charged with heresy and blasphemy by the Council of Geneva in 1553, led to a long and abstruse debate between two apparently irreconcilable standpoints. In an attempt to clarify the terms of discussion on such crucial areas as the Trinity, divine immanence and the immortality of the soul, Calvin and Servet embarked on a three-day written debate (15-17 September 1553. In what ultimately became a genuine «duel to the death», what stands out, over and above the actual argumentation, is their use of insults as rhetorical weapons. Given that both adversaries were equally convinced that they were defending the «true faith», most of their attacks were aimed at demonstrating the false nature of their opponent. Thus, according to Servet, Calvin was nothing but an impostor (a latter-day «Simon Magus», while Calvin branded the Spaniard a slanderer and «falsifier».

    El proceso contra el teólogo y médico español Miguel Servet, acusado por el consistorio de Ginebra de hereje y blasfemo en 1553, dio lugar a un largo y abstruso debate teológico entre dos posturas aparentemente irreconciliables. Con la intención de clarificar los términos de la discusión acerca de temas tan cruciales como la Trinidad e inmanencia divinas, o la inmortalidad del alma, Calvino y Servet acordaron mantener una discusión por escrito en latín que duró tres días (15-17 septiembre de 1553. En el contexto de un enfrentamiento que acabó convirtiéndose en un auténtico «duelo a muerte», si algo destaca por encima de cualquier argumentación es la utilización del insulto como arma retórica. Teniendo en cuenta que ambos contendientes estaban convencidos de defender la «verdadera fe», la mayoría de las descalificaciones expresaban la idea de falsedad del contrario. De este modo, según Servet, Calvino no era sino un impostor (un nuevo «Simon Magus», mientras que éste tildó al español de

  15. Muscle strength of the pelvic floor among young and climateric continent women Força muscular do assoalho pélvico entre mulheres continentes jovens e climatéricas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Bueno de Arruda

    2010-10-01

    . O objetivo deste estudo foi verificar a força muscular do assoalho pélvico entre mulheres saudáveis jovens e climatéricas, buscando identificar as alterações existentes nesta musculatura. O estudo foi composto por 49 mulheres dividas em dois grupos: Grupo 1 composto por mulheres (N=24 com média de idade de 29,33 anos e o grupo 2 composto por mulheres (N=25 com média de idade de 51,8 anos, submetidas a avaliação da força muscular do assoalho pélvico por meio de palpação bidigital e perineometria. O presente estudo não identificou diferenças significativas da força de pressão muscular do assoalho pélvico pela perineometria entre os grupos estudados. Na avaliação pela palpação bidigital, notou-se uma capacidade maior de contração voluntária e sustentação desta contração nas mulheres com faixa etária entre 25 a 35 anos.

  16. Moura, Tatiana, Entre Atenas e Esparta: Mulheres, paz e conflitos armados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margarida Calafate Ribeiro

    2012-10-01

    Full Text Available José Saramago dá início a muitas das suas narrativas colocando ses na história para a contar de outra maneira e assim apontar os mundos alternativos que sobre essa história se poderiam ter construído, projectando-os no nosso presente de construção de outros mundos possíveis. Como diz o narrador de Evangelho Segundo Jesus Cristo, “se a lei não tivesse feito calar as mulheres para todo o sempre talvez elas, porque inventaram aquele primeiro pecado de que todos os mais nasceram, soubessem dizer-...

  17. A violência contra a mulher atendida em unidade de urgência: uma contribuição da enfermagem La violencia contra la mujer atendida en unidad de urgencia: una contribuición de la enfermería The violence against woman who is attended in an unit of urgency: a nursing contribution

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudete Ferreira de Souza Monteiro

    2006-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A violência na atualidade tem se comportado como um sério problema de saúde pública, e os serviços de urgência têm se constituído em porta de entrada para mulheres agredidas. Por essa razão, objetivou-se, com o presente trabalho, levantar os casos de violência contra a mulher atendidos em uma unidade de urgência no ano de 2004. MÉTODO: Estudo quantitativo, descritivo, retrospectivo, realizado em Teresina (PI, no Serviço de Pronto-Socorro do Hospital Getúlio Vargas, com amostra populacional de 100 casos selecionados por amostragem sistemática, tendo por instrumento um formulário com perguntas fechadas. RESULTADOS: A violência apresentou alta magnitude entre as mulheres usuárias dos serviços de pronto-atendimento, mas com elevada taxa de subnotificação quanto ao tipo de agressor (89% e causas da violência sem registro (80% CONCLUSÕES: Concluiu-se que os registros de violência foram maiores nos casos em que as mulheres apresentaram marcas físicas; foi expressivo o número de subnotificação de agressores. Finalmente, é conveniente que os profissionais que atendem mulheres vítimas da violência doméstica sejam treinados para identificar, acolher e registrar corretamente os casos de violência.INTRODUCCIÓN: La violencia en la actualidad se ha comportado como un serio problema de salud pública, y los servicios de urgencia se han constituido como puerta de entrada para las mujeres agredidas. Por lo tanto, fue objetivado, con el actual trabajo, levantar los casos de violencia contra la mujer, atendidos en una unidad de urgencia en el año de 2004. MÉTODO: Estudio cuantitativo, descriptivo, retrospectivo, realizado en Teresina (Piauí - Brasil, en el Servicio Médico de Urgencia del hospital de Getúlio Vargas, con muestra poblacional de 100 casos seleccionadas por el muestreo sistemático, teniendo por instrumento un formulario con preguntas cerradas. RESULTADOS: La violencia presentó alta magnitud entre

  18. Vulnerabilidade ao HIV entre mulheres usuárias de drogas injetáveis Vulnerability to HIV among female injecting drug users

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Nanci Silva

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar elementos da vulnerabilidade à infecção pelo HIV entre mulheres usuárias de drogas injetáveis. MÉTODOS: Foram realizadas 13 entrevistas semi-estruturadas com mulheres usuárias (ou ex-usuárias de drogas injetáveis, moradoras da Zona Leste do município de São Paulo, no ano de 2002. O roteiro das entrevistas abordou quatro eixos temáticos: contexto socioeconômico e relações afetivas, uso de drogas, prevenção contra a infecção pelo HIV e cuidados com a saúde. As entrevistas foram analisadas por meio de análise de conteúdo. RESULTADOS: A pobreza, ausência de vínculos afetivos sólidos e continuados, expulsão da casa da família de origem e da escola, exposição à violência, institucionalização, uso de drogas, criminalidade e discriminação foram constantes nos relatos das entrevistadas. Esses elementos dificultaram a adoção de práticas de prevenção ao HIV como o uso de preservativos, seringas e agulhas descartáveis, e a busca de serviços de saúde. CONCLUSÕES: A vulnerabilidade ao HIV evidencia a fragilidade da vivência efetiva dos direitos sociais, econômicos e culturais, o que demanda políticas voltadas para o bem-estar social de segmentos populacionais específicos como mulheres (crianças e adolescentes, de baixa renda, moradores da periferia, com pouco acesso a recursos educacionais, culturais e de saúde. Este acesso é dificultado especialmente àquelas que são discriminadas por condutas como o uso de drogas.OBJECTIVE: To assess some aspects of vulnerability to HIV infection in women users of injecting drugs. METHODS: Thirteen semi-structured interviews were performed with female drug users (or former users of injecting drugs, leaving in the East side of São Paulo, in 2002. The script of interviews approached four focal point issues: socioeconomic context and affective relationships, drug use, prevention against HIV and health care. Interviews were assessed through content analysis

  19. Uso de métodos contraceptivos entre mulheres com vida sexual ativa em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carreno Ioná

    2006-01-01

    Full Text Available Foi realizado um estudo transversal de base populacional em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil, com objetivo de analisar o uso de métodos contraceptivos. A amostra envolveu 867 mulheres de 20 a 60 anos com vida sexual ativa. Entre as mulheres que referiram atividade sexual, 627 (61,1% referiram utilizar algum método contraceptivo. Entre as mulheres de 20 a 49 anos, 48,8% referiram utilizar anticoncepcionais orais; 18,7%, ligadura tubária; 17,3%, preservativos masculinos; e 7,3%, dispositivo intra-uterino. Entre as 186 mulheres de 50 a 60 anos que referiram vida sexual ativa, o método mais prevalente foi a ligadura tubária com 79,6%. Foi observada uma modificação de efeito em relação à prevalência de anticoncepcionais orais, idade e escolaridade, evidenciando uma menor prevalência nas mulheres de 20 a 29 anos e com baixa escolaridade. Assim, os achados da análise em São Leopoldo apontam para uma diversidade na prevalência do uso de métodos contraceptivos, inclusive não fazendo distinção na ocorrência de laqueadura tubária de acordo com variáveis sócio-econômicas, mas ainda revelam a necessidade de propiciar-se escolhas tecnicamente mais adequadas às mulheres mais jovens e com baixa escolaridade.

  20. Uso de métodos contraceptivos entre mulheres com vida sexual ativa em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ioná Carreno

    Full Text Available Foi realizado um estudo transversal de base populacional em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil, com objetivo de analisar o uso de métodos contraceptivos. A amostra envolveu 867 mulheres de 20 a 60 anos com vida sexual ativa. Entre as mulheres que referiram atividade sexual, 627 (61,1% referiram utilizar algum método contraceptivo. Entre as mulheres de 20 a 49 anos, 48,8% referiram utilizar anticoncepcionais orais; 18,7%, ligadura tubária; 17,3%, preservativos masculinos; e 7,3%, dispositivo intra-uterino. Entre as 186 mulheres de 50 a 60 anos que referiram vida sexual ativa, o método mais prevalente foi a ligadura tubária com 79,6%. Foi observada uma modificação de efeito em relação à prevalência de anticoncepcionais orais, idade e escolaridade, evidenciando uma menor prevalência nas mulheres de 20 a 29 anos e com baixa escolaridade. Assim, os achados da análise em São Leopoldo apontam para uma diversidade na prevalência do uso de métodos contraceptivos, inclusive não fazendo distinção na ocorrência de laqueadura tubária de acordo com variáveis sócio-econômicas, mas ainda revelam a necessidade de propiciar-se escolhas tecnicamente mais adequadas às mulheres mais jovens e com baixa escolaridade.

  1. Associação entre o nível de atividade física e a área de gordura visceral em mulheres pós-menopáusicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Penas Seara Pitanga

    2014-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O aumento da gordura visceral abdominal está associado à redução dos níveis de atividade física habitual e gera na mulher pós-menopáusica, o surgimento da doença da inatividade física, caracterizada pela manifestação de um conjunto de patologias, entre as quais se incluem diabetes mellitus do tipo 2 e doenças cardiovasculares. Por outro lado, a atividade física regular parece ter impacto significativo na prevenção tanto da gordura intra-abdominal quanto das complicações metabólicas e cardiovasculares.OBJETIVO: Verificar a associação entre a caminhada e a atividade física de moderada intensidade com a área de gordura intra-abdominal em mulheres pós-menopáusicas.MÉTODOS: A amostra foi composta por 239 mulheres com média de idade de 57,4 ± 6,6 anos participantes do programa "Menopausa em Forma". Para análise da atividade física foi utilizado o IPAQ versão longa. Consideraram-se os valores de 1.601 kcal/semana na caminhada e 2.283 kcal/semana na atividade física de moderada intensidade como suficientes para prevenção do excesso de gordura intra-abdominal. Utilizou-se a análise de regressão logística para estimar a odds ratio (OR, com intervalo de confiança de 95%.RESULTADOS: Após análise multivariada observou-se que a caminhada ofereceu proteção contra o excesso de gordura intra-abdominal, principalmente nas mulheres com períodos menstruais regulares, OR = 0,22 (0,08-0,62 e que não fazem reposição hormonal, OR = 0,05 (0,01-0,49. Já o nível de atividade física de intensidade moderada ofereceu proteção contra a gordura intra-abdominal independentemente da reposição hormonal ou dos períodos menstruais regulares, OR = 0,37 (0,14-0,66.CONCLUSÃO: A caminhada e principalmente o nível de atividade física de moderada intensidade podem ser importantes para prevenção do excesso de gordura intra-abdominal e suas complicações metabólicas e cardiovasculares em mulheres pós-menopaúsicas.

  2. Estudo de associação entre força muscular e massa magra em mulheres idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Moreno Lima

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi verificar a associação entre a força muscular isocinética da musculatura extensora do joelho do membro dominante com a MM de diferentes segmentos corporais, em mulheres idosas. Um total de 258 idosas (66,58±5,6anos; 65,6±11,7kg; 1,53±0,07m foram submetidas à avaliação isocinética do pico de torque (PT e da MM (DXA. Correlações de Pearson foram examinadas entre os índices de MM dos braços, das pernas, do tronco, do corpo inteiro, da perna dominante (MMB, MMP, MMT, MMI, MMPD, respectivamente com o PT. O nível de significância foi de <0,05. Após análise dos dados, foi observado que a MM apresentou correlação positiva e significante com o PT. A correlação foi mais consistente à medida que a MM avaliada era mais próxima a musculatura da avaliação (MMPD, (MMT= 0,31, MMB= 0,39, MMI= 0,52, MMP= 0,55, MMPD= 0,60. Com base nos resultados observados, concluímos que a MM é um dos importantes determinantes do PT em idosas.

  3. ENTRE IRONIAS E DEBOCHES: REPRESENTAÇÕES SOBRE A VIOLÊNCIA DAS MULHERES NO DIÁRIO DE MONTES CLAROS NA DÉCADA DE 1970

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Turchi Pacheco

    2013-07-01

    Full Text Available Este artigo pretende elaborar uma reflexão acerca dos discursos e representações produzidas por matérias de jornais cujos enfoques privilegiam a violência perpetrada pelas mulheres. Nesse sentido, foram utilizadas notícias veiculadas no Diário de Montes Claros, periódico norte-mineiro, entre os anos de 1971, 1972, 1975 e 1979. A partir dos dados coletados, procura-se compreender os processos de construção pela mídia da imagem da mulher agressora, ou seja, uma mulher que não se afigura mais como vítima, mas sim como protagonista de situações de violência. Em 119 notícias, as mulheres figuraram como agentes de diversas formas de violência: assassinatos, tentativas de homicídio, lesões corporais, infanticídios e abortos. Argumentamos que as notícias retratam as mulheres de maneira ambígua: num momento elas são acusadas como frias e calculistas e noutros são isentadas dos crimes mediante o entendimento de que foram ingênuas, pois que são apenas mulheres, e não é característica da sua natureza a violência e sim a doçura. Ainda quando os homens são as vitimas, as notícias enfocam o caráter de anormalidade da situação. O deboche, o riso e a jocosidade são estratégias discursivas usadas para produzir sentidos e desqualificar a violência das mulheres.

  4. Aborto provocado e violência doméstica entre mulheres atendidas em uma maternidade pública de Salvador-BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Normélia Maria Freire Diniz

    2011-12-01

    Full Text Available Estudo quantitativo, com o objetivo de estudar a violência doméstica em mulheres em situação de aborto provocado. Foram entrevistas 147 mulheres internadas por aborto provocado numa maternidade pública, na cidade de Salvador-BA. Os sujeitos foram, na maioria, mulheres jovens, negras, com baixa escolaridade, dependentes economicamente dos cônjuges, que vivenciam violência psicológica, física e sexual cometida pelos cônjuges. Quase metade das mulheres vivenciou violência doméstica durante a gravidez atual, sendo este o motivo do aborto para 67% delas. Conclui-se que existe uma associação entre a vivência de violência doméstica e o aborto provocado. Isso repercute na saúde mental das mulheres, que desenvolvem sintomas do transtorno de estresse pós-traumático. Necessita-se, portanto, de um olhar por parte dos profissionais de saúde de modo a identificar a violência doméstica enquanto agravo e associá-la ao aborto provocado, o que requer transformação no modelo de formação, incorporando a violência doméstica como objeto da saúde.

  5. LAS UNIONES MARITALES DE HECHO ENTRE PAREJAS DEL MISMO SEXO, UNA LUCHA INCONCLUSA CONTRA LA DISCRIMINACIÓN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Pablo Sarmiento E.

    2009-01-01

    Full Text Available A partir de la investigación realizada en las notarías de Bogotá sobre la implementación de la Sentencia C-075 de 2007 de la Corte Constitucional, que permite la declaración de unión marital de hecho entre parejas homosexuales, se argumenta que, pese al amplio margen de aplicación de esta sentencia, alguna de estas oficinas ejercen formas de violencia simbólica y discriminación y rechazan de las parejas que intentan realizar dicho trámite. Ello permite constatar que las uniones maritales de hecho están lejos de construir un espacio que atenúa la discriminación contra la diversidad sexual.

  6. Validade do instrumento WHO VAW STUDY para estimar violência de gênero contra a mulher Validez de instrumento para estimar violencia de género contra la mujer Validity of the WHO VAW study instrument for estimating gender-based violence against women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilia Blima Schraiber

    2010-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Validar o instrumento do estudo World Health Organization Violence Against Women (WHO VAW sobre violência psicológica, física e sexual por parceiros íntimos contra mulheres. MÉTODOS: Estudo transversal realizado em vários países entre 2000 e 2003, inclusive Brasil. Selecionaram-se amostras aleatórias e representativas de mulheres de 15-49 anos com parceiros íntimos, residentes na cidade de São Paulo, SP, (n = 940 e na Zona da Mata de Pernambuco (n = 1.188. Realizou-se análise fatorial exploratória das perguntas sobre violências (quatro psicológicas, seis físicas e três sexuais, com rotação varimax e criação de três fatores. Calculou-se alfa de Cronbach para análise da consistência interna. Para a validação por grupos extremos, médias de escores (zero a 13 pontos de violência foram testadas em relação aos desfechos: auto-avaliação de saúde, atividades diárias, presença de dor ou desconforto, ideação e tentativa de suicídio, grande consumo de álcool e presença de transtorno mental comum. RESULTADOS: Foram definidos três fatores com variância acumulada semelhante (0,6092 em São Paulo e 0,6350 na Zona da Mata. Para São Paulo, o primeiro fator foi determinado pela violência física, o segundo pela sexual e o terceiro pela psicológica. Para a Zona da Mata, o primeiro fator foi composto pela violência psicológica, o segundo pela física e o terceiro pela sexual. Coeficientes de alfa de Cronbach foram 0,88 em São Paulo e 0,89 na Zona da Mata. As médias dos escores de violência foram significativamente maiores para desfechos menos favoráveis, exceto tentativa de suicídio em São Paulo. CONCLUSÕES: O instrumento mostrou-se adequado para estimar a violência de gênero contra a mulher perpetrada por seu parceiro íntimo e pode ser utilizado em estudos sobre o tema. Ele tem alta consistência interna e capacidade de discriminar as formas de violência psicológica, física e sexual, perpetrada

  7. Diferenças entre homens e mulheres na qualidade da dieta: estudo de base populacional em Campinas, São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela de Assumpção

    Full Text Available Resumo Objetivou-se avaliar as diferenças entre homens e mulheres no indicador global e nos componentes do Índice de Qualidade da Dieta Revisado (IQD-R, bem como quanto aos fatores associados ao IQD-R. Trata-se de estudo transversal de base populacional que analisou informações de 949 adultos. Para cada sexo, foram estimadas as médias do IQD-R global e de seus componentes. As mulheres apresentaram escores superiores nos componentes de frutas, vegetais e leite; entre os homens, o escore foi maior apenas para o componente carnes e ovos. Quanto aos fatores associados, diferença importante foi observada entre os sexos. Nos homens melhores índices foram observados nos de 40 anos ou mais e nos que não faziam nada para emagrecer. Nas mulheres, o avanço da idade, a prática de atividade física no lazer, não fumar, residir com menos de três pessoas no domicílio e a presença de doença crônica foram associados à melhor qualidade da dieta. Os resultados apontam a necessidade de desenvolver estratégias para melhorar a qualidade da alimentação dos adultos, especialmente a dos homens.

  8. Prevalência da violência contra a mulher usuária de serviço de saúde Prevalence of violence against women users of health services

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luis Valentini Marinheiro

    2006-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: A violência contra a mulher cometida por parceiro íntimo é fenômeno complexo e um problema de saúde pública, e o serviço de saúde é um dos locais mais procurados por mulheres nessa situação. O objetivo do estudo foi determinar a prevalência desse tipo de violência entre as usuárias de um centro de saúde distrital. MÉTODOS: O estudo foi realizado em Ribeirão Preto, SP, em 2003. Uma amostra de 265 mulheres, de 18 a 49 anos, foi entrevistada utilizando-se um questionário aplicado face a face. A violência foi classificada em psicológica, física, sexual e geral. As análises estatísticas utilizadas foram regressão logística exata e o teste exato de Fisher. RESULTADOS: A violência psicológica ocorreu pelo menos uma vez na vida para 41,5%, violência física para 26,4% e violência sexual para 9,8%; 45,3% referiram ocorrência de qualquer um dos tipos de violência, das quais 20,3% em até 12 meses antecedendo a entrevista; 22,3% afirmaram ter sofrido violência alguma vez na vida. A análise multivariada mostrou os fatores de risco detectados para cada tipo de violência: violência psicológica e geral - uso de drogas pelo companheiro, condição socioeconômica e violência na família; violência física - uso de drogas pelo companheiro, escolaridade e violência na família; violência sexual - condição socioeconômica e violência na família. CONCLUSÕES: Os resultados mostraram que a prevalência da violência entre as usuárias de centro de saúde foi alta e compatível com os resultados encontrados em outras investigações e sugere também sua invisibilidade para o serviço de saúde.OBJECTIVE: Intimate partner abuse is a complex phenomenon and a public health problem and health care services are one of the places sought by women in this situation. The objective of this study was to assess the prevalence of violence against women attending a health care center. METHODS: This study was carried out in a

  9. Violência contra a mulher: contribuições e limitações do sistema de informação Violencia contra la mujer: contribuciones y limitaciones del sistema de información Woman abuse: contribuitions and shortcomings of the information system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irene Okabe

    2009-06-01

    Full Text Available O artigo tem por objetivo apresentar um breve panorama do sistema de informação em saúde, no monitoramento da violência contra a mulher, analisando em que medida cada fonte de dados pode contribuir para o real dimensionamento do evento e subsidiar o processo de tomada de decisão. Neste sentido, o texto apresenta os avanços e contribuições de cada base de dados oficial existente no setor de saúde, bem como as limitações que ainda persistem pela pouca sensibilidade e especificidade destes sistemas no monitoramento da violência contra a mulher. Discute-se também a necessidade de estudos para o aprofundamento da questão e uma política de informação à luz de gênero para análise e intervenção nos determinantes da violência contra a mulher, dada à magnitude e a gravidade do problema, não só para as mulheres, mas para a sociedade como um todo.El artículo tiene por objetivo presentar un breve panorama del sistema de información en salud en la actividad de monitoreo de la violencia contra la mujer, analizando de que forma cada medida y fuente de datos puede contribuir para el real dimensionamiento del evento y subsidiar el proceso de la toma de decisiones. En ese sentido, el texto presenta los avances y contribuciones de cada base de datos oficiales existentes en el sector de la salud, así como las limitaciones que todavía persisten por la poca sensibilidad y especificidad de estos sistemas en el monitoreo de la violencia contra la mujer. Se discute, también, la necesidad de realizar otros estudios para profundizar la cuestión y la elaboración de una política de información relacionada al género, para análisis e intervención en los determinantes de la violencia contra la mujer, dada la magnitud y la gravedad del problema no solo para las mujeres como para la sociedad como un todo.The purpose of this article is to present an overview of the health information system in monitoring woman abuse by analyzing the extent to

  10. Papilomavírus Humano (HPV e sua associação entre lesões cervical e anal em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Maria Oliveira Brito

    2016-09-01

    Full Text Available Introdução: Entre as doenças virais sexualmente transmissíveis, a infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV configura-se como a mais comum, e sua incidência vem aumentando acentuadamente nos últimos trinta anos. A infecção anal por subtipos específicos do HPV predispõe o indivíduo à neoplasia intraepitelial anal, que pode evoluir para o câncer de forma similar ao colo uterino. Objetivo: avaliar a associação tipo-específica entre infecções anais e cervicais, assim como os aspectos citopatológicos das lesões anais pelo vírus HPV em mulheres de São Luís, Maranhão. Métodos: Estudo analítico transversal com 27 mulheres atendidas no Centro de Pesquisa Clínica da UFMA, entre agosto de 2012 e julho de 2015, mediante entrevista e realização de exames complementares. Resultados: As mulheres tinham, em média, 32 anos. Em relação ao resultado do PCR, 77,7% das pacientes apresentaram resultado positivo para HPV anal, sendo o subtipo 16 o mais frequente (47,6%. Na região cervical, 88,8% apresentaram PCR positivo, sendo o mais comum o subtipo 16 (47,8%. A coinfecção anal e cervical pelo HPV foi observada em 74% das mulheres. 93,3% dos resultados de citologia anal não apresentaram alteração, assim como 72,2% das anuscopias realizadas. Conclusões: A infecção cervical por HPV é um fator sugestivo de risco para o desenvolvimento da infecção na região anal.

  11. Violência sexual: procedimentos indicados e seus resultados no atendimento de urgência de mulheres vítimas de estupro

    OpenAIRE

    Faúndes,Aníbal; Rosas,Cristião Fernando; Bedone,Aloísio José; Orozco,Luis Távara

    2006-01-01

    Violência sexual contra a mulher é uma das expressões da violência baseada no gênero, que tem como origem o desequilíbrio de poder existente entre homens e mulheres, com maior ou menor intensidade, em todos os países do mundo. Atualmente é reconhecida como um problema de direitos humanos pela ONU, incluindo a violência emocional, física e sexual. A prevalência de violência sexual é muito difícil de determinar, mas provavelmente afeta pelo menos um terço das mulheres alguma vez na vida. Tem va...

  12. Violência física contra a mulher na perspectiva de profissionais de saúde Violencia física contra la mujer en la perspectiva de profesionales de la salud Physical violence against women from the perspective of health professionals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone da Nóbrega Tomaz Moreira

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Compreender a percepção de profissionais de saúde sobre a violência física cometida contra a mulher por parceiro íntimo. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Trata-se de estudo qualitativo com 30 profissionais de três unidades de saúde vinculadas ao Sistema Único de Saúde no município de Natal (RN, realizado em 2006. Foram conduzidas entrevistas semi-estruturadas em três núcleos temáticos: idéias associadas à violência física sofrida pela mulher, atuação dos profissionais de saúde e papel dos serviços de saúde. O roteiro das entrevistas incluiu questões referentes à percepção dos profissionais sobre relações de gênero, violência física, atuação como profissional de saúde e papel dos serviços de saúde. Foram extraídas categorias desses núcleos pela técnica de análise de conteúdo temática categorial. RESULTADOS: Os profissionais de saúde indicaram vários fatores que influenciam situações de violência doméstica, dentre os quais machismo, baixas condições econômicas, alcoolismo e experiências anteriores de violência no âmbito familiar. Foram relatadas falta de capacitação para discutir a temática com a população e a necessidade de os serviços de saúde desenvolverem atividades educativas com essa finalidade. CONCLUSÕES: Os resultados indicam a necessidade de sistematização e efetivação de ações voltadas para humanização da assistência às mulheres em situação de violência.OBJETIVO: Comprender la percepción de profesionales de la salud sobre la violencia física cometida contra la mujer por la pareja íntima. PRODEDIMIENTOS METODOLÓGICOS: Se trata del estudio cualitativo con 30 profesionales de tres unidades de salud vinculadas al Sistema Único de Salud en el municipio de Natal (Noreste de Brasil, realizado en 2006. Se condujeron entrevistas semi-estructuradas en tres núcleos temáticos: ideas asociadas a la violencia física sufrida por la mujer, actuación de los

  13. HOMEM RAZÃO E MULHER EMOÇÃO: UMA ANÁLISE DA RELAÇÃO DICOTÔMICA ENTRE HOMENS E MULHERES NA VISÃO DOS ASSENTADOS(AS.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Chiozzini Martins-Suarez

    2016-08-01

    Full Text Available RESUMO O presente artigo convida o leitor a uma reflexão sobre o pensamento dual que caracteriza o caráter hierárquico da inter-relação homem/mulher a partir de palavras que dão significados ao que se compreende pelos termos que definem os dois sexos. Os vocábulos aqui referidos são aqueles que representam ideias opostas, não só no sentido léxico, mas também no que concerne a interpretação social dos atributos que definem homens e mulheres sustentados pela relação dicotômica existente entre eles. O objetivo deste trabalho é investigar a origem e aplicação destas expressões dentro de uma abordagem histórica e sociológica. Para esta análise, então, foi considerada a associação de termos opostos como: racional, superior, forte e externo ao homem e, palavras como: emocional, fraco, inferior e oculto à mulher. Para isso, a definição de família patriarcal, baseada na família estruturada a partir do poder do homem culminando na “inferiorização” da mulher, também foi levada em conta, desde sua origem no ambiente rural até seu reflexo na esfera urbana. Apoiado nestas premissas e conceitos, o presente artigo baseia-se na metodologia de análise do conteúdo das respostas de assentados e assentadas de três projetos de assentamento (P.A. localizados no estado de Sergipe a fim confrontar a teoria mencionada acima com as afirmações obtidas após categorização por sexo. Foram analisadas respostas dadas por homens e mulheres separadamente a partir dos dados coletados em uma pesquisa realizada no ano de 2009 e que resultou em tese de doutorado[1]. A intenção do artigo é buscar uma possível desconstrução da dualidade homem/mulher de caráter valorativo presente nas suas falas propondo ao leitor uma reflexão crítica sobre a prevalência do caráter “inferior” dado as mulheres, no sentido de desconstruir a relação emoção e inferioridade uma vez que este não é um dado biologicamente atribuído ao sexo

  14. Percepção da condição de saúde entre mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli V. Mamede

    1993-06-01

    Full Text Available Trata-se de uma pesquisa qualitativa, que objetivou verificar como um grupo de mulheres de baixa renda identificava sua condição de saúde. Foram entrevistadas 42 mulheres individualmente e a análise feita através do conteúdo de suas falas. Foi possível identificar que o conceito de saúde para esse grupo de mulheres está ligado à atividade física, ao sentido da vida, como também à ausência de doença. A tristeza, dor, desânimo, desconforto e medo de dependência foram os principais motivos alegados pelas mulheres que se percebiam como doentes. Discute-se a importância destes achados na prestação de assistência orientada para a saúde.

  15. Ativação e co-contração dos músculos gastrocnêmio e tibial anterior na marcha de mulheres utilizando diferentes alturas de saltos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Tarragô Candotti

    2012-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi verificar a ativação e a co-contração muscular dos músculos tibial anterior (TA e gastrocnêmio lateral (GL durante a marcha, utilizando diferentes calçados. Nove mulheres caminharam sobre uma esteira elétrica com velocidade de 3,5 Km/h em três situações: sem calçado, com salto baixo (6 cm e com salto alto (9 cm, sendo simultaneamente registrados sinais eletromiográficos do TA e GL. Os principais resultados encontrados no presente estudo demonstraram que: (1 independente da altura do salto houve maior ativação do GL (p<0,05, em comparação com o TA; (2 o músculo GL apresentou maior ativação (p<0,05 com o calçado de salto alto, em comparação a situação com os pés descalços; e (3 quanto maior a altura do salto, maiores percentuais de co-contração muscular foram encontrados (p<0,05.

  16. Juizado de Violência contra a Mulher de Ponta Grossa: contextualizando a realidade e desvelando possibilidades de atuação (Court violence against women tip thick: contextualizing the reality... Doi: 10.5212/Emancipacao.v.16i1.0005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Woinorvski de Miranda

    2016-12-01

    Full Text Available Resumo: Além de promover um apanhado teórico acerca da questão da violência contra a mulher, o presente artigo apresenta uma pesquisa por amostragem realizada em processos eletrônicos de Medidas Protetivas de Urgência do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da comarca de Ponta Grossa, cujos dados permitiram traçar o perfil das vítimas e dos agressores, bem como mapear as ocorrências de violência contra a mulher na cidade. Tal estudo possibilitou o reconhecimento da realidade institucional e das demandas atinentes ao Juizado, levando a reflexões que desvelam intervenções condizentes com a realidade e necessidades da população atendida.Palavras-chave: Violência. Mulher. Vara Criminal.Abstract: Apart from promoting a theorical summary about question of violence against women, this article presents a sample research conducted in eletronic processes of restraining urgency orders of Domestic and Family Violence against women Court of Ponta Grossa, whose data allow to profile victims and offenders, as well as mapping the occurences of violence against women in this city. Such work, hás enabled the recognition of reality institutional and demands relating to court, taking the reflexion that reveal consistence interventions with reality and the population served needs.Keywords: Violence. Woman. Criminal Court.

  17. Violencia contra mujeres embarazadas entre las usuarias del Instituto Mexicano del Seguro Social: un estudio sobre determinantes, prevalencia y severidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Castro

    2002-01-01

    Full Text Available Se presentan los resultados de una encuesta entre 446 mujeres usuarias de los servicios de salud del Instituto Mexicano del Seguro Social (IMSS en Morelos, que se encontraban en su tercer trimestre de embarazo. El objetivo era indagar si la violencia contra mujeres se incrementa durante el embarazo o si, por el contrario, disminuye. Se encontró que la prevalencia no varió en ambos periodos (aproximadamente 15 por ciento, en general. En cambio, la severidad de la violencia emocional se incrementó durante el embarazo, mientras que la de la violencia física y sexual se mantuvo constante. Un análisis de regresión logística mostró que las variables que mejor predicen la violencia durante el embarazo son el número de hijos, el consumo de alcohol por parte de la pareja, la historia de violencia en la infancia de la pareja y la existencia de violencia durante el año previo al embarazo.

  18. A relação interpessoal entre profissionais de saúde e a mulher em abortamento incompleto: "o olhar da mulher" The relationship between health professionals and the woman in the incomplete miscarriage: "the look of the woman"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilse Sodré da Motta

    2005-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar as características qualitativas da relação interpessoal entre os profissionais de saúde e a mulher com abortamento incompleto durante o atendimento hospitalar. MÉTODOS: estudo de caso exploratório, que se apóia na análise qualitativa de dados de mulheres de 15 a 30 anos, com diagnóstico de abortamento incompleto, utilizando-se observação e entrevista, durante o período de fevereiro a abril de 2000, em uma maternidade do Rio Grande do Norte, Brasil. RESULTADOS: a relação interpessoal entre cliente e profissional foi eminentemente técnica, desconsiderando-se os demais aspectos que integram o ser feminino. Além da necessidade de privacidade e respeito diante de um problema que muitas vezes não é compreendido, os profissionais de saúde, ao prestarem assistência, expuseram seus próprios preconceitos e julgamentos negativos acerca da mulher sob seus cuidados. CONCLUSÕES: a prática do profissional de saúde demonstra a necessidade de assumir-se um posicionamento em que, além dos aspectos biológicos, sejam levados em conta os elementos de ordem psicossocial, compatíveis com a almejada humanização da assistência à mulher.OBJECTIVES: to assess the quality of personal relationships between women enduring incomplete miscarriage and healthcare professionals during hospitalization. METHODS: exploratory case study using quality data analysis of women with incomplete miscarriage through observations and interviews from February to April, 2000. RESULTS: the personal relationship between client and professional is basically technical with no consideration of other female needs including the need for privacy and respect in the face of a problem many times not understood by healthcare professionals who during treatment are biased and judgmental in relation to the women under their care. CONCLUSIONS: the practice of healthcare professionals reflect the need to consider psychological and social issues in addition to

  19. La lucha contra la selva: Percepciones y usos de la naturaleza entre los colonos misioneros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brián G. Ferrero

    2009-12-01

    Full Text Available En este artículo se analizan los esquemas generales en base a los que, los pequeños y medianos productores rurales de la provincia de Misiones, se relacionan con aquel ámbito que reconocen como "naturaleza". El análisis de la lógica de la naturaleza se realiza distinguiendo los diferentes espacios en que los productores se mueven en su vida cotidiana, y las distinciones de uso entre géneros. La lógica local de la naturaleza está directamente ligada al modelo de producción rural que predominó en la región durante todo el siglo XX, y comienza a tener transformaciones a partir de la presencia local de discursos y propuestas ambientalistas.This article discusses the general patterns of relationship with this field of what is locally perceived as "nature", found among rural producers in the province of Misiones. The analysis of the logic of 'nature' is done by distinguishing different spaces in which producers move in their daily lives, and the differences between genres in the use of spaces. The local logic of nature is directly linked to rural production models that predominated in the region throughout the twentieth century, which is gradually changing by the influence of environmental proposals.

  20. Acesso a cuidados relativos à saúde sexual entre mulheres que fazem sexo com mulheres em São Paulo, Brasil Access to sexual health care for women who have sex with women in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Maria Barbosa

    2009-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é investigar a relação entre adoção de cuidados à saúde entre mulheres que fazem sexo com mulheres e as representações relativas a gênero, sexualidade e ao corpo. O estudo utilizou observação etnográfica e entrevistas em profundidade, realizadas entre 2003 e 2006, com trinta mulheres entre 18 e 45 anos, de diferentes segmentos sociais, trajetórias e identidades sexuais, residentes na grande São Paulo, Brasil. A análise do material aponta maior dificuldade em acessar cuidados ginecológicos entre mulheres das camadas populares; que nunca tiveram sexo com homens ou que possuem uma gramática corporal masculinizada. Não só as representações e as experiências negativas em relação aos serviços de saúde, mas também as construções identitárias relativas a gênero e sexualidade estão relacionadas às dificuldades em acessar cuidados à saúde. Embora boa parte da bibliografia internacional a respeito enfatize a relação entre homofobia e menor acesso a serviços, os resultados sugerem que apesar de as situações envolvendo discriminação constituírem realidade, elas não foram consideradas impedimentos para a busca de cuidado, estando muito mais associadas ao relato das práticas e preferências eróticas nos serviços.This article focuses on the relationship between health care for women who have sex with women and representations of gender, sexuality, and the body. The study used ethnographic observation and in-depth interviews held from 2003 to 2006, with 30 women ranging from 18 to 45 years of age, belonging to different social segments, backgrounds, and sexual identities, living in Greater Metropolitan São Paulo. Analysis of the material pointed to greater difficulty in accessing gynecological care for lower-income women, those who had never had sex with men, or those with masculine body language. Not only the negative representations and experiences in relation to health services, but

  1. Perfil da violência contra mulheres atendidas na Pousada de Maria Perfil de la violencia sufrida por mujeres atendidas en la Posada de María Profile of the violence committed against women assisted at Pousada de Maria lodging

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliana Maria Labronici

    2010-03-01

    Full Text Available Pesquisa exploratória, retrospectiva, realizada na Pousada de Maria, em Curitiba, em 2007. Teve como objetivo caracterizar o perfil da violência praticada contra mulheres residentes na Pousada de Maria, durante os anos de 1993 à 2007. Os dados foram obtidos através da análise de 886 fichas de registro das vítimas, transcritos para um instrumento construído para a pesquisa. As vítimas tinham idade entre 18 e 88 anos, baixa escolaridade, e sofreram violência física, psicológica, sexual e estrutural, principalmente pelos companheiros e pessoas conhecidas. Convivem com a violência para manter a união familiar, e rompem com ela na existência de programas sociais e abrigos. A violência é um fenômeno frequente entre mulheres solteiras, com ensino fundamental incompleto: 24,6% delas sofreram violência física, 24,15%, psicológica, 14,22%, violência estrutural. As solteiras, amasiadas e casadas devem ser inseridas como grupo de risco e objeto de atenção, pelos profissionais de saúde no planejamento de ações preventivas.Investigación exploratoria retrospectiva, realizada en la Posada de María en Curitiba, Brasil, en el año 2007, con el fin de caracterizar el perfil de la violencia ejercida contra mujeres que residieron en dicha institución en el período comprendido entre 1993 a 2007. Los datos fueron obtenidos a través del análisis de 886 fichas de registro de las víctimas y transcriptos para un instrumento formulado para la investigación. Las víctimas tenían entre 18 y 88 años, bajo índice de escolaridad; fueron víctimas de violencia física, psicológica, sexual y estructural, inflingida principalmente por sus compañeros y personas conocidas. Convivieron con la violencia para mantener la unión familiar, se libraron de ella cuando tuvieron acceso a programas sociales y amparos. La violencia es un fenómeno frecuente entre mujeres solteras con enseñanza primaria incompleta, 24,6% de ellas sufrieron violencia f

  2. Conciliação e tensões entre trabalho e família para mulheres titulares do Programa Bolsa Família

    OpenAIRE

    Mariano,Silvana Aparecida; Souza,Márcio Ferreira de

    2015-01-01

    Resumo Este artigo interroga as condições que mulheres titulares do Programa Bolsa Família (PBF) enfrentam para a conciliação entre trabalho remunerado e cuidados familiares, os obstáculos para essa conciliação e os possíveis impactos positivos e negativos para a situação delas, com vistas à redução das desigualdades de gênero. Com base em survey realizado em Curitiba (PR) e Fortaleza (CE), aponta as dificuldades para o compartilhamento de tarefas de cuidados domésticos com outros membros fam...

  3. Mulheres vitoriosas na política : estudo comparativo entre as candidaturas ao cargo de deputado estadual no RS em 2010

    OpenAIRE

    Schulz, Rosangela Marione; Moritz, Maria Lucia Rodrigues de Freitas

    2015-01-01

    O artigo pretende contribuir para a discussão do tema mulher e política ao problematizar os resultados da disputa ao cargo de deputado estadual no estado do Rio Grande do Sul/eleições 2010. A proposta é elaborar um quadro comparativo entre as candidatas e os candidatos eleitos, ou seja, através do recorte de gênero verificar similaridades e diferenças na construção de candidaturas vitoriosas em termos de votos, considerando as seguintes variáveis: recursos econômicos (despesas/receitas oficia...

  4. Mulheres e o hiv/aids: Intersecções Entre Gênero, Feminismo, Psicologia e Saúde Pública/ Mujeres y el VIH/Sida: Intersecciones Entre Género, Feminismo, Psicología y Salud Pública/ Women and HIV/AIDS: Intersections Between Gender, Feminism, Psychology and Public Health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BRUNA KRIMBERG VON MUHLEN

    2015-02-01

    Full Text Available Neste ensaio contextualizamos o panorama em que se encontram as mulheres e o HIV. Encadeamos nossas reflexões sobre o empoderamento das mulheres com a teoria de Krista Burlae e a psicologia feminista. Estabelecemos relações entre a hierarquia de gênero e a manutenção da vulnerabilidade feminina presentes nas configurações conjugais heterossexuais e seus efeitos na saúde sexual das mulheres. Enfatizamos o empoderamento das mulheres como um fator de prevenção a ser considerado. Propomos partir dos dados estatísticos relativos à epidemia do HIV/AIDS para centrar atenção na saúde global das mulheres e articular vida privada e saúde pública. Diante das reflexões realizadas entendemos ser necessário transformar o trinômio mulheres/saúde sexual /saúde pública.

  5. Adequação do uso de pílula anticoncepcional entre mulheres unidas Contraceptive pill: adequacy of use among women in union

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ellen E. Hardy

    1991-04-01

    Full Text Available Foram entrevistadas em seus domicílios 2.364 mulheres unidas de 15 a 49 anos de idade, que moravam em bairros de baixa renda, na área metropolitana e no interior do Estado de São Paulo, Brasil. Estudou-se a prevalência de uso da pílula contraceptiva, a associação entre algumas características sócio-demográficas das usuárias e a presença ou não de fatores de risco para seu uso. Verificou-se que 25,8% das mulheres usavam pílula anticoncepcional. A prevalência de uso foi maior entre as mais jovens, entre as com até um filho vivo e nas com 5ª a 8ª séries de escolaridade. Mais de 40% das usuárias referiram apresentar fatores de risco ao iniciar o uso. Não se verificou associação entre a idade e a percentagem de mulheres com fatores de risco. Essa percentagem aumentou com o número de filhos e diminuiu com a escolaridade da mulher. A presença de fatores de risco foi igualmente freqüente entre as mulheres que não consultaram nenhum serviço de saúde para iniciar o uso como entre aquelas que consultaram em serviços públicos. As políticas do nível central não parecem ter atingido a periferia do sistema.A total of 2,364 women in marital union, 15 to 49 years of age, were interviewed at home. They lived in poor neighbourhoods in the metropolitan area and in the interior of S. Paulo State, Brazil. The prevalence of contraceptive pill use and the association between socio-demographic characteristics of users and the presence or not of risk factors for pill use were studied. One fourth (25.8 percent of the women interviewed were using contraceptive pills. Prevalence was higher among younger women, those with no more than one live child and those who had completed between three and eight grades of schooling. Over 40 percent of the users referred having risk factors for pill use at the time they initiated the method. No association was found between age and the percentage of women with risk factors. This percentage increased with

  6. A violência contra mulheres: demandas espontâneas e busca ativa em unidade básica de saúde Violence against women: spontaneous demands v. screening in healthcare centers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilia B. Schraiber

    2000-12-01

    Full Text Available Acolher demandas e assistir mulheres que sofrem violência é parte dos direitos em saúde, embora a assistência não esteja estruturada e ocorra pouca detecção de casos. Buscou-se um diagnóstico de situação em serviços, avaliando-se a emergência de demandas referidas à violência por parte das usuárias de uma unidade básica da rede pública, contrastando-se a demanda espontânea com a busca ativa de casos. Realizou-se um primeiro estudo por técnicas de observação participante, seguida de estudo de prontuário, com 142 mulheres sendo acompanhadas; num segundo estudo, em uma amostra de 322 usuárias, aplicou-se entrevista. Em atividades grupais observou-se relatos espontâneos e nos prontuários médicos registros de demandas espontâneas; o mesmo não ocorreu em consultas individuais. A entrevista detectou uma prevalência de casos muito maior. Então, a possibilidade de detecção de casos, seu acolhimento e algumas respostas do serviço, requer especificidade de abordagem e cuidados próprios para que a violência contra mulheres possa emergir como parte da demanda usual na saúde.In spite of poorly structured assistance and the fact that only a few instances of abuse are detected, the response to women's demands and assisting those who have been victims of violence is part of their right to healthcare. This work attempts to diagnose the situation regarding health services through the assessment of the degree of emergency in violence-related demands coming from users of a healthcare facility of the public network through the comparison of results from spontaneous demands with results obtained when actively searching for cases. A first study was conducted with the utilization of participatory observation techniques, followed by the study of patient files, with the follow-up of 142 women; a second study, with a sample of 322 users, was based on an assessment screening. Spontaneous expression occurred during group activities and was

  7. Consumo de alcohol y violencia doméstica contra las mujeres: un estudio con estudiantes universitarias de México Consumo de álcool e violência doméstica contra a mulher: estudo com estudantes universitárias mexicanas Alcohol consumption and domestic violence against women: a study with university students from mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Manuel Herrera Paredes

    2010-06-01

    Full Text Available La violencia doméstica contra la mujer y el consumo de alcohol son considerados problemas de salud pública. Esta investigación descriptiva presentó como objetivo general determinar la ocurrencia de violencia doméstica contra mujeres estudiantes de una Facultad de Enfermería y Obstetricia de la Ciudad de Celaya, en Guanajuato, México, y su relación con el consumo de alcohol por las parejas de estas mujeres. La muestra fue compuesta por 73 alumnas, seleccionadas aleatoriamente. Para efectos de recolección de datos, se utilizó el cuestionario estructurado y validado denominado CASIQUE-QUEJ TUN. Los datos fueron analizados con el paquete estadístico SPPS. En lo que se refiere a la violencia física, 91,9% manifestaron no haber sido maltratadas por sus parejas. En lo que se refiere al consumo de alcohol, 57,5% de las entrevistadas y 67,1% de sus parejas lo consumen en reuniones sociales. Los resultados apuntaron también que 41,1% de las participantes no conocen sus derechos con relación a la violencia doméstica. De esta forma, son necesarias acciones de concientización de las mujeres sobre sus derechos, y las posibilidades de buscar ayuda legal en casos de violencia.A violência doméstica contra a mulher e o consumo de álcool são considerados problemas de saúde pública. Esta pesquisa descritiva apresentou como objetivo geral determinar a ocorrência de violência doméstica contra mulheres, alunas da Faculdade de Enfermagem e Obstetrícia da cidade de Celaya, México, e sua relação com o consumo de álcool por seus parceiros íntimos. A amostra foi composta por 73 alunas, selecionadas aleatoriamente. Para a coleta de dados, foi utilizado o questionário estruturado e validado, denominado CASIQUE-QUEJ TUN. Os dados foram analisados através do programa SPSS. Quanto à violência física, 91,9% manifestaram não ter sido maltratadas por seus parceiros. Com relação ao consumo de álcool, 57,5% das entrevistadas e 67,1% de seus

  8. Narrativas de violências praticadas por parceiros íntimos contra mulheres Narratives of intimate partner violence practiced against women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leides Barroso Azevedo Moura

    2012-04-01

    Full Text Available Foi realizada uma pesquisa com mulheres de 15 a 49 anos moradoras de uma área de vulnerabilidade social da capital brasileira para conhecer os discursos femininos sobre suas vivências de violências praticadas por parceiros íntimos. Foi utilizada uma abordagem qualitativa e técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Durante entrevistas realizadas em seus domicílios no período de fevereiro a julho de 2007, 195 mulheres narraram, episódios de violências sofridas ao longo da vida. As entrevistas geraram 32 Discursos do Sujeito Coletivo que foram construídos a partir de 395 expressões-chaves agrupadas em sete blocos temáticos: i Engenharia das VPI (N = 114; 58,5%; ii Histórias de estupro de vulneráveis (N = 77; 39,5%; iii Violências silenciosas ou silenciadas (N = 43; 22%; iv Anos potenciais de vida sofrida (N = 43; 22%; v Um novo tempo, apesar dos pesares (N = 39; 20%; vi E por falar em violências (N = 35; 18%; vii A violência é uma linguagem (N = 34; 17,4%. Três discursos do bloco de maior prevalência, intitulado "A engenharia das VPI", são apresentados integralmente neste trabalho. As narrativas das violências reveladas mostram a intensidade da vulnerabilidade e das agressões sofridas pelas mulheres e a existência de múltiplas dinâmicas violentas nos relacionamentos íntimo-afetivos.Research was conducted with women aged 15 to 49 living in an economically vulnerable area of the Brazilian state capital on the experience of victims of Intimate Partner Violence (IPV. The study adopted a qualitative technique called Collective Subject Discourse. During the interviews in their homes between February and July, 195 women reported incidents of violence throughout their lives. The discourses were grouped by similar violence using the CSD technique and organized into 7 major categories based on 395 key words; i IPV Engineering (N = 114; 58.5%; ii Rape of vulnerable sex (N = 77; 39.5%; iii Silent or silenced violence (N = 43; 21%; iv

  9. Violência contra a mulher: análise de casos atendidos em serviço de atenção à mulher em município do Sul do Brasil Violence against women: analysis of cases attended in a women care centre in a municipality in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Ferreira Galvão

    2004-08-01

    Full Text Available Este artigo, de caráter descritivo, tem como objetivo apresentar o perfil de mulheres atendidas em um centro de atendimento à mulher em Londrina, Paraná, e caracterizar os casos quanto aos tipos de violência sofrida, queixa principal, ambiente em que ocorreu a violência e tipo de vínculo do agressor com a mulher. Utilizando-se o Programa Epi Info 6.04 montou-se um banco de dados com as informações extraídas das fichas das mulheres atendidas pelo Serviço, no ano de 2001. Do total de 470 fichas analisadas, verificou-se que a média de idade das mulheres é de 34 anos. A maioria, 47,2%, declarou-se casada e 54% possuem um ou dois filhos. Declararam-se chefes de família 38,7% das mulheres. A violência emocional prevaleceu, representando 56,4% dos casos, seguida pela violência física (32,1%. Os principais agressores são os atuais maridos ou companheiros das mulheres (73,4% e o lar é o espaço onde a maioria das agressões ocorre. Considerando-se a complexidade do problema, que está associado à questão da construção social dos papéis masculinos e femininos e da desigualdade existente nas relações entre os gêneros, conclui-se que os serviços de atendimento às mulheres em situação de violência são de fundamental importância e que estes devem estar articulados com os serviços de saúde no desenvolvimento de ações preventivas e na perspectiva da atenção integral à mulher.The objective of this descriptive study is to present the profile of women who were assisted at a women's care center in Londrina, Paraná State, Brazil, and to characterize the cases in relation to types of violence, main complain, environment where the violence occurred and the woman-perpetrator relationship. Information extracted from the records of women assisted in 2001 was processed using the Epi Info software, version 6.04. Of a total of 470 records analyzed, the mean age of the women was 34. The majority (47.2% reported to be married, 54% had

  10. Cuestiones sin resolver en la Ley integral de medidas contra la violencia de género : las distinciones entre sexo y género, y entre violencia y agresión

    OpenAIRE

    Coll-Planas, Gerard

    2008-01-01

    El siguiente artículo presenta dos debates teóricos, la distinción entre sexo y género, y entre violencia y agresión, para analizar el modo en el que éstos se encuentran presentes en la Ley integral de medidas contra la violencia de género. Desgranaremos las consecuencias que comportan las concepciones de violencia y género implícitas en la Ley, así como el modelo de relaciones que contribuye a reproducir. This article introduces two theoretical discussions, the distinction between sex and...

  11. Associação entre marcadores inflamatórios e fatores de risco cardiovascular em mulheres de Kolkata, W.B, Índia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debdutta Ganguli

    2011-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Recentes pesquisas tem se concentrado no uso de biomarcadores inflamatórios na previsão de risco cardiovascular. Entretanto, a informação é escassa em relação à associação entre esses marcadores inflamatórios com outros fatores de risco cardiovasculares em indianos asiáticos, particularmente em mulheres. OBJETIVO: Explorar a associação entre marcadores inflamatórios tais como proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR-as e contagem de leucócitos (LEU e fatores de risco cardiovascular tais como adiposidade geral e central, pressão arterial, variáveis lipídicas e lipoproteicas e glicemia de jejum. MÉTODOS: Conduzimos uma análise transversal de 100 mulheres com idade entre 35-80 anos. As participantes foram selecionadas através da metodologia de amostragem por cluster, de 12 distritos urbanos selecionadas ao acaso na Corporação Municipal de Kolkata, Índia. RESULTADOS: A PCR-as apresentou uma associação significante com o índice de massa corporal (IMC (p < 0,001 e circunferência da cintura (CC (p = 0,002. Associações significantes inversas foram observadas entre a lipoproteína de alta densidade colesterol (HDL-c e ambos marcadores inflamatórios PCR-as (p = 0,031 e LEU (p = 0,014. A apo-lipoproteína A1 (Apo A1 também estava negativamente associada com a PCR-as. A contagem de leucócitos apresentou uma correlação significante com a glicemia de jejum e a razão colesterol total (CT /HDL-C. Usando regressão logística ajustada para idade, IMC (odds ratio/OR, 1,186; intervalo de confiança/IC, 1,046-1,345; p=0,008 e LEU (OR, 1,045; IC, 1,005-1,087; p=0,027 foram as covariantes significantemente associadas com a PCR-as. CONCLUSÃO: No presente estudo, os fatores de risco tais como IMC, CC e HDL-c e Apo-A1 mostraram uma associação significante com PCR-as. A contagem de leucócitos estava significantemente associada com os níveis de HDL-c, glicemia de jejum, razão CT/HDL-c em mulheres.

  12. A PERPETUAÇÃO DA TESE “LEGÍTIMA DEFESA DA HONRA” EM CASOS DE VIOLÊNCIA CONTRA MULHER NO ESTADO DE SÃO PAULO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raphael Allan de Oliveira Soares

    2017-05-01

    Full Text Available O artigo tem por objetivo caracterizar a tese “legítima defesa da honra” utilizada em casos de violência contra a mulher, verificar como tal tese tem aparecido nos tribunais do Estado de São Paulo, e principalmente verificar como o Poder Judiciário estadual tem lidado com uma tese enraizada no machismo. Baseando-se em pesquisa literária e pesquisa de jurisprudências no site do Tribunal de Justiça de São Paulo, conclui-se que tal argumento ainda hoje se faz presente nos tribunais paulistas, e que em poucos casos o judiciário se mostra tão machista quanto a tese apresentada pela defesa. Tal conclusão pode nos mostrar o caráter machista, ainda que em declínio, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

  13. Violências contra mulheres por parceiro íntimo em área urbana economicamente vulnerável, Brasília, DF Violencias contra mujeres por pareja íntima en área urbana económicamente vulnerable, Brasilia, Brasil Intimate partner violence against women in an economically vulnerable urban area, Central-West Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leides Barroso Azevedo Moura

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de tipos de violência e de comportamentos de controle praticados por parceiros íntimos contra mulheres residentes em área economicamente vulnerável. MÉTODOS: Conduziu-se estudo transversal com 278 mulheres de 15 a 49 anos que tiveram parceiros íntimos alguma vez na vida, residentes em uma área metropolitana de Brasília, DF, em 2007. Utilizou-se processo de amostragem aleatória sistemática. O instrumento de pesquisa constou de um questionário com 58 perguntas desenvolvido pela Organização Mundial de Saúde. Foram analisadas as prevalências de violência física, psicológica e sexual. As variáveis independentes consideradas foram características sociodemográficas da mulher, de contexto familiar e comunitário bem como as sociodemográficas do parceiro, de comportamento (freqüência do uso de bebidas ou drogas ilícitas e relacionamento extraconjugal. RESULTADOS: A prevalência de violência psicológica foi a mais alta: 80,2% (n=223 das mulheres entrevistadas relataram pelo menos um ato no decorrer da vida e 50% (n=139 nos últimos 12 meses. A prevalência de violência física ao longo da vida foi (58,6% e nos últimos 12 meses (32%, enquanto a prevalência de mulheres que sofreram violência sexual foi de 28,8% e 15,5%, respectivamente. CONCLUSÕES: As altas prevalências das violências mostram a magnitude da vulnerabilidade e das agressões praticadas contra mulheres nas relações com parceiros íntimos.OBJETIVO: Estimar la prevalencia de tipos de violencia y de comportamientos de control practicados por parejas íntimas contra mujeres residentes en área económicamente vulnerable. MÉTODOS: Se condujo estudio transversal con 278 mujeres de 15 a 49 años que tuvieron parejas íntimas alguna vez en la vida, residentes en un área metropolitana de Brasilia, capital de Brasil, en 2007. Se utilizó proceso de muestreo aleatorio sistemático. El instrumento de pesquisa constó de un cuestionario

  14. Possibilidades e limitações da amamentação entre mulheres trabalhadoras formais Possibilities and limitations of breast-feeding among women in formal employment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Ferreira Rea

    1997-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Pesquisas sobre a amamentação e a questão do trabalho da mulher são de difícil comparabilidade. A prática de amamentar entre mulheres com um emprego formal no Brasil tem sido pouco estudada, em que pesem as mudanças havidas como a extensão da licença maternidade para 120 dias. Decidiu-se realizar estudo com o objetivo de descrever o padrão de amamentação de mulheres empregadas em empresas, as limitações que elas enfrentam e que fatores contribuem para que elas possam conciliar trabalho e amamentação. MATERIAL E MÉTODO: Estudo exploratório realizado em 13 indústrias de São Paulo em 1994, onde todas as mulheres no terceiro trimestre da gestação (76 foram entrevistadas e reentrevistadas (69 na volta ao trabalho (em torno de 5,4 meses pós-parto. RESULTADOS: Iniciaram a amamentação 97% das mulheres, apresentando uma duração mediana de 150 dias; quanto ao Aleitamento Materno Exclusivo, a duração mediana foi de 10 dias, e à Amamentação Predominante, a mediana foi de 70 dias. As mulheres de melhor nível socioeconômico e as que tinham creche no local de trabalho ou sala de coleta e estocagem de leite materno, foram as que amamentaram por mais tempo. A possibilidade de flexibilizar seu horário e não trabalhar na linha de produção também mostraram ser fatores significantes que levam as mulheres dessas indústrias a amamentar mais. CONCLUSÕES: A licença-maternidade tem sido útil e usada pela maioria das trabalhadoras para amamentar, mas há outros fatores que são fundamentais para que a manutenção da lactação seja facilitada, tais como aqueles que permitem a proximidade mãe-criança e/ou a retirada periódica de leite materno durante a jornada de trabalho.INTRODUCTION: Studies carried out on breastfeeding and working women are difficult to compare. Breastfeeding practices among formally employed women in Brazil have not been much studied, despite important changes in public policies such as the

  15. Violência contra as mulheres por parceiros íntimos: usos de serviços de saúde Violence against women by intimate partners: use of health services

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilia Blima Schraiber

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a associação entre violência por parceiro íntimo (VPI e uso de serviços de atenção primária à saúde em São Paulo. MÉTODOS: Estudo transversal com seleção dos serviços por amostragem de conveniência e de mulheres usuárias desses serviços por amostragem do tipo consecutivo. As unidades amostrais finais de 2.674 mulheres de 15 a 49 anos de idade foram categorizadas, segundo a ocorrência e repetição de episódios de qualquer tipo de VPI na vida, como "não", "sim com alguma repetição" e "sim com muita repetição". Por meio de regressão logística polinomial, testou-se a associação entre VPI, uso de serviços de saúde e diagnósticos ou queixas das mulheres usuárias (tipo e frequência de registro, ajustadas pelas variáveis sociodemográficas e de saúde sexual e reprodutiva. RESULTADOS: Foi observada uma prevalência de 59% de VPI independente de sua repetição. O maior número de consultas mostrou-se associado com VPI repetitiva, após o ajuste dos efeitos de possíveis variáveis de confundimento. Os diagnósticos e/ou queixas de agravos psicoemocionais registrados, mais de uma vez, no último ano, mostraram-se associados com VPI, aumentando sua magnitude com a maior repetição da violência. CONCLUSÕES: É crucial um maior diagnóstico dos casos de VPI entre mulheres usuárias dos serviços de saúde, bem como a implementação de ações que previnam a violência e de cuidado relativamente às necessidades particulares de saúde dessas mulheres. Tais medidas, se adotadas, produzirão impactos também no padrão de uso dos serviços.OBJECTIVE: To estimate the association between intimate partner violence (IPV and use of primary healthcare services in São Paulo. METHODS: This is a cross-sectional study based on a convenience sample of healthcare services, and on a consecutive type sample of women users of those healthcare facilities. The final sample of 2,674 women 15 to 49 years was classified

  16. Incontinência urinária entre mulheres climatéricas brasileiras: inquérito domiciliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guarisi Telma

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Por inquérito populacional domiciliar, investigar a prevalência de incontinência urinária de esforço e os fatores a ela associados em mulheres climatéricas. MÉTODOS: Realizou-se análise secundária de dados de um inquérito populacional domiciliar sobre o climatério e a menopausa em mulheres do município de Campinas, SP, Brasil. Foram selecionadas, por meio de estudo descritivo e exploratório de corte transversal, por processo de amostragem, 456 mulheres, na faixa etária de 45 a 60 anos de idade. Exploraram-se a queixa de incontinência urinária e os fatores de risco possivelmente relacionados -- idade, estrato socioeconômico, escolaridade, cor, paridade, tabagismo, índice de massa corpórea, cirurgias ginecológicas anteriores, estado menopausal e uso de terapia de reposição hormonal. Os dados foram coletados por entrevistas domiciliares, com questionários estruturados e pré-testados, adaptados pelos autores e fornecidos pela Fundação Internacional de Saúde, pela Sociedade Internacional de Menopausa e pela Sociedade Norte-Americana de Menopausa. A análise dos dados foi realizada por razão de prevalência (IC 95%. RESULTADOS: Das mulheres entrevistadas, 35% referiram perda urinária aos esforços. Nenhum dos fatores sociodemográficos estudados se mostrou associado ao risco de incontinência urinária. Também a paridade não alterou significativamente esse risco. Outros fatores como cirurgias ginecológicas anteriores, índice de massa corpórea e tabagismo não se mostraram associados à prevalência de incontinência urinária. O estado menopausal e o uso de terapia de reposição hormonal não modificaram o risco de incontinência urinária de esforço. CONCLUSÃO: Apesar de a prevalência de incontinência urinária em mulheres climatéricas ter sido alta, não se mostrou associada aos fatores socioeconômicos e reprodutivos abordados.

  17. Efeito de diferentes intervalos entre as tentativas do teste de 1-RM no desempenho de força máxima em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodney Coelho da Paixão

    2013-10-01

    Full Text Available O teste de uma repetição máxima (1-RM é frequentemente aplicado para medir a força de um indivíduo em um determinado exercício. O objetivo do presente estudo foi comparar o efeito de diferentes intervalos entre as tentativas do teste de 1-RM no desempenho de força máxima em mulheres no exercício leg press 45°. Para tanto, 12 voluntárias (19 ± 1 ano praticantes de exercícios resistidos há no mínimo seis meses foram submetidas a quatro sessões de testes, alternadas por no mínimo 48 horas de repouso. Os intervalos de recuperação entre as tentativas do teste de 1-RM foram de 30, 45, 60 e 180 segundos, sendo que a ordem de execução foi definida aleatoriamente. Para identificação da diferença entre os intervalos propostos foi aplicada a análise de variância ANOVA One-way (p < .05. Os resultados não revelaram diferenças significativas no desempenho de força máxima em mulheres, quando comparados os valores médios de teste obtidos em cada um dos intervalos propostos. Esses achados indicam que para a medida de força máxima no exercício leg press 45°, intervalos menores do que um minuto (30 - 45 segundos podem ser utilizados com a mesma precisão que intervalos maiores, garantindo maior economia de tempo para a aplicação do teste de 1-RM.

  18. A violência conjugal contra a mulher a partir da ótica do homem autor da violência Marital violence against women from the point of view of the men who were the aggressors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Gomes da Rosa

    2008-09-01

    Full Text Available Este artigo objetiva investigar as causas da agressão conjugal contra a mulher a partir da ótica do homem autor de violência. Para tanto, foi desenvolvida uma pesquisa descritiva exploratória com abordagem qualitativa. Os dados foram coletados por meio da técnica de grupos focais com homens que se envolveram em violência conjugal e participavam voluntariamente do Programa de Atenção à Violência Doméstica e Intrafamiliar de um município de médio porte de Santa Catarina. Na análise das informações, evidenciaram-se três categorias: "Ela", "Eu" e "Outros". Nossos resultados apontam comportamentos e atitudes que permitem identificar as causas da agressão contra a companheira evidenciada a partir da interferência de pessoas estranhas à relação conjugal; presença de ações inadequadas da companheira; domínio da mulher sobre o companheiro; resposta à agressão física, verbal ou psicológica da companheira; dependência química e situação financeira. Os resultados mostram também que essas causas se mesclam no dia-a-dia, acumulam-se sob a forma de conflitos e eclodem em atos que configuram a violência conjugal do homem contra a companheira. Os sujeitos da pesquisa não demonstram compreensão ativa de que são agressores, ou seja, reconhecem os atos de violência que relatam, no entanto, não identificam que essas ações os caracterizam como autores de violência.This article aims to analyze causes of marital aggression against women from the aggressors' (men perspective. It is based on an exploratory descriptive study using Focal Groups as a means of collecting information. Research subjects were 11 (eleven men who had been involved in domestic violence episodes and who voluntarily participated in the Domestic and Intrafamily Violence Assistance Program of a city in Santa Catarina. The analysis of the information yielded three categories: "She", "I" and "Others". The results revealed behaviors and attitudes that allowed

  19. Comparación de perfiles de personalidad entre individuos con delitos contra la seguridad pública, delitos menores y sin delitos

    OpenAIRE

    José Amar; Marco Cervantes; Gustavo Brunal; Fernando Crespo

    2011-01-01

    El objetivo de éste estudio fue comparar el perfil psicológico de tres grupos de individuos, dos de ellos recluidos en una penitenciaría por cometer alguna acción criminal tipificada en el código penal como Delito contra la seguridad pública (Grupo A), y Delitos menores (Grupo B), y el tercer grupo (C) conformado por Personas sin comisión de delitos y libres. Se evaluaron 450 hombres, con edades entre 18 y 50 años, a través de un diseño transaccional no experimental de corte comparativo. Se a...

  20. Self-reported maternal morbidity and associated factors among Brazilian women Morbidade materna auto-referida e fatores associados entre mulheres brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joao Paulo Souza

    2008-06-01

    Full Text Available PURPOSE: Demographic health surveys may constitute a valuable source of information on maternal morbidity, particularly in locations where an integrated system of epidemiological surveillance with wide geographic coverage has not yet been developed. METHODS: This study analyzed the database obtained from a national Demographic Health Survey carried out in Brasil in 1996. Data regarding how the survey was conducted, characteristics of the women interviewed who had given birth to live infants in the five preceding years, characteristics of the obstetrical care received and complications reported were evaluated. RESULTS: Responses from a weighted total of 3,635 women were analyzed. Statistically significant differences (pOBJETIVOS: Os estudos demográficos de saúde podem constituir fonte valiosa de informação sobre a morbidade materna, especialmente nos locais onde ainda não foi desenvolvido um sistema de vigilância epidemiológica integrado e de ampla cobertura geográfica. MÉTODOS: Este estudo consiste na análise secundária do banco de dados da última Pesquisa Nacional sobre Demografia e Saúde, realizada no Brasil, em 1996. Foram analisados os dados referentes à operacionalização da pesquisa, as características das mulheres entrevistadas que tiveram gestações resultantes em nascidos vivos nos cinco anos precedentes ao inquérito, as características da assistência obstétrica e das complicações referidas por estas mulheres. RESULTADOS: As respostas de um total ponderado de 3.635 mulheres foram analisadas. Foram observadas diferenças significativas (p<0,001 entre os domínios geográficos para a maior parte das características estudadas. A assistência ao parto foi predominantemente hospitalar em todo o país. A prevalência de morbidade materna referida oscilou entre 15,5% e 22,9% nos diferentes domínios geográficos analisados. Este fator geográfico esteve associado a diferenças de risco para a ocorrência de complica

  1. Fontes cotidianas de estresse entre mulheres portadoras de HIV Daily sources of stress among HIV-positive women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leticia Gaspar Tunala

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Categorizar e descrever as fontes de estresse cotidianas de mulheres portadoras do vírus da imunodeficiência humana (HIV. MÉTODOS: Foram realizadas entrevistas individuais, por meio de um questionário semi-estruturado, com uma amostra consecutiva de 150 mulheres portadoras do HIV, de julho a dezembro de 1997, no Centro de Referência e Tratamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids (CRT DST/Aids (Secretaria de Estado da Saúde, SP. As variáveis investigadas foram: dados demográficos, estrutura familiar, percepção de risco, sexualidade, acesso ao sistema de saúde, adesão ao tratamento, uso de álcool e drogas, evento significativo e evento estressante, sendo este o foco de discussão do artigo. RESULTADOS: Apenas 14% dos eventos estressantes são diretamente resultados do tratamento ou do adoecimento. Os relatos das fontes de estresse foram distribuídos nos seguintes assuntos: familiares (17%; relacionamento com o parceiro (12%; filhos (14%; enfermidade (14%; relacionamento com outras pessoas (9%; problemas financeiros (8% e profissionais (7%; vivências de discriminação (7%; outros (4%; e não responderam (8%. CONCLUSÕES: As fontes de estresse apresentam principalmente um conteúdo afetivo-relacional, derivadas muitas vezes do estigma associado ao HIV e, na maioria das vezes, a temas comuns a todas as mulheres. Os profissionais de saúde deveriam oferecer cuidado integral às mulheres portadoras do HIV.OBJECTIVE: To categorize and describe the daily sources of stress encountered by HIV-infected women. METHODS: Using a semi-structured questionnaire, 150 interviews were conducted among HIV-infected women who attended the Reference and Treatment Center for Sexually Transmitted Diseases and Aids in the state of São Paulo, Brazil, between July and December 1997. The studied variables were: demographics, family structure, risk perception, sexuality, access to health system, treatment compliance, drug use, and

  2. A amamentação entre filhos de mulheres trabalhadoras El amamantamiento entre hijos de mujeres trabajadoras Breastfeeding among children of women workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Alves Brasileiro

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar benefícios trabalhistas e fatores associados à manutenção dos índices de amamentação entre mães trabalhadoras. MÉTODOS: A amostra foi constituída por 200 mulheres trabalhadoras formais que retornaram ao trabalho antes de a criança completar seis meses de vida, no município de Piracicaba, SP. Dentre as participantes, 100 díades mãe-lactente receberam orientações e apoio para a prática do aleitamento em um programa de prevenção em saúde bucal e as demais 100 díades foram abordadas em uma campanha de vacinação infantil. Foi realizada análise de regressão logística múltipla para identificar variáveis relacionadas ao desmame ao quarto mês de vida. RESULTADOS: A maior parte das participantes era primípara, passou por cesariana, iniciou a amamentação em menos de quatro horas após o parto e permaneceu com seu filho em alojamento conjunto. Tiveram mais chance de parar a amamentação: mães não participantes do programa de incentivo (OR = 3,04 [IC95% 1,35;6,85], mães que não tinham intervalo de 30 minutos durante a jornada de trabalho (OR = 4,10 [IC95% 1,81;9,26] e mães cujos filhos utilizavam chupeta (OR = 2,68 [IC95% 1,23;5,83] ou mamadeira (OR =14,47 [IC95% 1,85;113,24]. CONCLUSÕES: As mães que participaram do grupo de incentivo à amamentação, não ofereceram chupeta e mamadeira aos filhos e tinham intervalo durante o trabalho pararam a amamentação após o quarto mês. Apoio, informações sobre o manejo da lactação e sobre seus direitos garantidos por lei, em conjunto com a ampliação do tempo de licença maternidade, poderão ter um importante papel na manutenção da prática do aleitamento materno.OBJETIVO: Analizar beneficios laboristas y factores asociados al mantenimiento de los índices de amamantamiento entre madres trabajadoras. MÉTODOS: La muestra fue constituida por 200 mujeres trabajadoras formales que retornaron al trabajo antes del niño completar seis meses de vida, en

  3. A soberania patriarcal: o sistema de justiça criminal no tratamento da violência sexual contra a mulher Vera Regina Pereira de Andrade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Regina Pereira de Andrade

    2005-07-01

    Full Text Available O texto aborda, sob o marco teórico da Criminologia desenvolvida com base no paradigma do controle social, particularmentea Criminologia crítica e feminista, o funcionamento do sistema de justiça criminal relativamente à violência sexual contra amulher (particularmente o estupro apontando para a soberania do patriarcado e a duplicação da violência que ele arrasta consigo, e para a necessidade de inclusão e co-responsabilizaçãode todos nós, como co-partícipes institucionais ou simbólicos do controle social e penal, na ultrapassagem da mecânicada violência, concebida em sua dimensão estrutural, institucional e intersubjetiva. This paper points out, under a theoretical important moment of Criminology, developed based on social control paradigm, mainly the critical and feminist Criminology, the operation of criminal justice system regarding sexual violence against woman (especially rape, observing patriarchate sovereignty and anincrease of violence that it has inside itself,as well as to the inclusion need and coresponsibilityof everyone, as institutional or symbolic partner from social and penal control, on overcoming the violencemechanics, created in your structural,institutional and intersubjective dimension.

  4. Mulher e Trabalho na economia social: estereótipos e desigualdades e as teorias sobre as desigualdades entre os gêneros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silney Alves Tadeu

    2012-05-01

    Full Text Available O problema das desigualdades entre o homem e a mulher no mercado de trabalho tem suas raízes históricas bem demarcadas. Na atualidade, constitui um problema de grande dimensão, tanto que, ao longo do tempo e com reflexos na atualidade, a doutrina não tem se escapado de tentar explicar os fatores que ainda contribuem para esse desiderato, em especial, percorrendo determinados caminhos auxiliados pela Sociologia e pela Antropologia para dimensionar seu enfoque. Nesse particular, analisam-se as questões dessas desigualdades, bem como as principais teorias assentadas sobre o tema da desigualdade de gênero, inclusive suas relações e críticas pertinentes, com vistas a uma valoração dos paradigmas utilizados, em especial pelo direito comparado. Palavras-chave: Desigualdades. Mercado de trabalho. Gênero.

  5. Torres, Anália Cardoso (org., Francisco Vieira da Silva, Teresa Líbano Monteiro, Miguel Cabrita, Homens e mulheres entre família e trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mónica Lopes

    2012-10-01

    Full Text Available Homens e mulheres entre família e trabalho é um trabalho coordenado por Anália Cardoso Torres, uma autora que é uma importante referência no âmbito dos estudos sobre a família, e em particular sobre a conjugalidade. Esta obra, cuja base empírica mais importante é um inquérito por ques­tionário aplicado em 1999, procura anali­sar as diferentes dimensões da divisão se­xual e familiar do trabalho pago e não pago, abrindo caminho à melhor com­preensão das práticas que neste plano têm lugar no ter...

  6. Diferenças na prevenção da Aids entre homens e mulheres jovens de escolas públicas em São Paulo, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antunes Maria Cristina

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Estudar as práticas sexuais de risco para a infecção pelo HIV de estudantes adultos jovens (18 a 25 anos de escolas públicas noturnas e avaliar as diferenças de gênero e o impacto de um programa de prevenção de Aids. MÉTODOS: Estudo longitudinal de intervenção, em quatro escolas da região central do Município de São Paulo, SP, divididas aleatoriamente em dois grupos: intervenção e controle. Uma amostra de 394 estudantes participou do estudo, e 77% completaram o questionário pós-intervenção. Realizaram-se "Oficinas de Sexo Mais Seguro" para discutir simbolismo da Aids, percepção de risco, influências das normas de gênero nas atitudes, informações sobre Aids, corpo erótico e reprodutivo, prazer sexual e negociação do uso do preservativo. Para a análise estatística, foram empregados os testes qui-quadrado de Pearson e a análise de co-variância. RESULTADOS: A freqüência do uso consistente de preservativo foi baixa (33%, e existiam diferenças significativas entre homens e mulheres com referência à sexualidade e à prevenção de Aids. Ao avaliar os efeitos das oficinas, as mudanças foram estatisticamente significativas entre as mulheres, que relataram maior proporção de sexo protegido entre outros aspectos relacionados à prevenção da Aids. As mudanças não foram significativas entre os homens. CONCLUSÕES: O risco para a infecção pelo HIV pode ser diminuído, mas resultados mais expressivos podem ser encontrados se forem consideradas as diferenças de gênero e de papéis sexuais por meio de programas comunitários específicos de longa duração.

  7. Vacinação contra rubéola em mulheres em idade reprodutiva no Município de Campinas, São Paulo, Brasil Vacunación contra la rubeola de mujeres en edad reproductiva en el municipio de Campinas, São Paulo, Brasil Rubella vaccination in women of childbearing age in Campinas, São Paulo State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Rita Donalisio

    2013-03-01

    Full Text Available As mulheres em idade reprodutiva são a população de maior interesse para a prevenção da síndrome da rubéola congênita. O objetivo do trabalho foi avaliar a prevalência de vacinação contra rubéola em mulheres e identificar fatores associados e motivos da não adesão. Trata-se de estudo transversal de base populacional, realizado em Campinas, São Paulo, Brasil, em 2008/2009, com amostra por conglomerados e em dois estágios. Das 778 mulheres de 10 a 49 anos, 83,8% (IC95%: 79,6-88,0 referiram vacinação em algum momento da vida. Faixa etária (30-39 anos, renda familiar per capita superior a três salários mínimos e a orientação de profissional de saúde estiveram positivamente associadas à vacinação contra a rubéola. Os principais motivos da não adesão foram a falta de orientação do profissional de saúde sobre sua importância (48,5% e não considerá-la necessária (18,9%. A recomendação do profissional de saúde foi o fator mais fortemente associado à adesão das mulheres à vacinação. Nesse sentido, sua indicação pelas equipes de saúde pode ampliar o conhecimento sobre sua importância e seus benefícios.Las mujeres en edad reproductiva son la población de mayor interés para la prevención del síndrome de la rubeola congénita. El objetivo del trabajo fue evaluar la prevalencia de vacunación contra la rubeola en mujeres e identificar factores asociados y motivos de la no adhesión al programa de vacunación. Se trata de un estudio transversal de base poblacional, realizado en Campinas, São Paulo, Brasil, en 2008/2009, con una muestra por conglomerados y en dos fases. De las 778 mujeres, de 10 a 49 años, un 83,8% (IC95%: 79,6-88,0 informaron de vacunación en algún momento de la vida. La franja de edad (30-39 años, renta familiar per cápita superior a tres salarios mínimos y la orientación de un profesional de salud estuvieron positivamente asociadas a la vacunación contra la rubeola. Los

  8. Os registros profissionais do atendimento pré-natal e a (invisibilidade da violência doméstica contra a mulher Los Registros Profesionales de la atención prenatal y la (In Visibilidad de la violencia doméstica contra la mujer Professional records of prenatal care and the (in visibility of domestic violence against woman

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisiane Gomes Bonfim

    2010-03-01

    Full Text Available Trata-se de estudo qualitativo que utilizou pesquisa documental na coleta dos dados. Aborda a violência doméstica contra a mulher, considerando a atenção pré-natal pública. Objetiva-se identificar e analisar condutas e estratégias utilizadas por profissionais de saúde durante o pré-natal, na suspeita de casos e na violência declarada, e discutir a problemática dos atendimentos às gestantes em situação de violência, na perspectiva dos registros. Foram pesquisados 784 prontuários de gestantes cadastradas em 2006, em 12 Serviços de Atenção Básica de Porto Alegre. Identificara-se 20 registros de violência contra a mulher, 10 anteriores ao pré-natal, 7 durante o pré-natal e 3 no pós-natal. Constatou-se que a violência aparece descontextualizada, e a conduta centrou-se nas consequências sobre a saúde física e psicológica da mulher e dos filhos. A violência não é registrada como agravo à saúde da mulher, gerando omissões no atendimento, sub-registro e invisibilização; consequentemente, inviabiliza-se a elaboração de estratégias de enfrentamento.Se trata de estudio cualitativo que utilizó la pesquisa documental para la recolección de los datos. Aborda la violencia doméstica contra la mujer tomando en consideración la atención prenatal pública. El objetivo fue identificar y analizar las conductas y estrategias utilizadas por los profesionales de la salud durante el prenatal, en la sospecha de casos de violencia y en la violencia declarada, y discutir la problemática de los atendimientos a las mujeres embarazadas en situación de violencia, bajo la luz de los registros. Se analizaron 784 registros de mujeres embarazadas registrados en 2006 en 12 Centros de Servicios de Atención Básica de Porto Alegre. Se identificaron 20 registros de violencia contra la mujer, 10 anteriores al periodo prenatal, 07 durante el periodo prenatal y 03 durante el periodo posnatal. Fue constatado que la violencia aparece

  9. Consumo abusivo de álcool em mulheres Consumo excesivo de alcohol entre las mujeres Heavy alcohol consumption among women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graciele Cadahaiane de Oliveira

    2012-06-01

    Full Text Available Este estudo descritivo, exploratório, objetivou caracterizar as mulheres atendidas em um Hospital de Ensino do Noroeste do Paraná, por abuso de álcool, nos anos de 1999 a 2008, segundo variáveis sociodemográficas e dados da intoxicação. Dos 823 atendimentos, a faixa etária mais frequente foi dos 20 aos 49 anos (58,32%. 13 (1,58% mulheres estavam grávidas; 12,5% apresentavam de 9 a 12 anos de estudo. Os destilados foram a principal bebida utilizada, e a ingestão foi mais prevalente no período noturno. Cerca de 156 (18,96% mulheres necessitaram de internamento hospitalar. Evasão hospitalar foi observada em 8,5% dos casos. Conclui-se que a população feminina representa um subgrupo da população suscetível ao abuso do álcool, e, com o perfil descrito neste estudo, foi possível descrever as áreas de impacto na saúde da mulher, possibilitando a implementação de medidas preventivas para diminuir a ocorrência, as complicações e a reincidência nessa população.Este estudio descriptivo, exploratorio tiene por objetivo caracterizar las mujeres que acuden a Hospital Universitario de Paraná en el Noroeste, por abuso de alcohol en los años de 1999 a 2008, según los datos sociodemográficos de la intoxicación y se asocia con trauma y violencia. De los 823 atendimentos la faja de edad más frecuente fue de los 20 a los 49 años (58,32%. 13 (1,58% mujeres estaban embarazadas; 12,5% presentaban de 9 a 12 años de escolaridad.. fonéticamente Los destilados fueron la bebida principal y más prevalente en la noche. Cerca de 156 (18,96% mujeres requirieron hospitalización. La evasión hospitalaria se observó en el 8,5% de los casos. Se concluye que la población femenina representa un subgrupo de la población susceptible al abuso del alcohol y, con el perfil descrito en este estudio, fue posible describir las áreas de impacto en la salud de la mujer, posibilitando la implementación de medidas preventivas para disminuir el

  10. Cultura médica e decisões reprodutivas entre mulheres infectadas pelo vírus da Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Riva Knauth

    2002-08-01

    Full Text Available As gestantes infectadas pelo vírus da Aids defrontam-se com um conjunto de informações, prescrições e práticas que tornam este período particular em relação a outras gestações e experiências. O presente artigo busca evidenciar os fatores que condicionam as escolhas reprodutivas das gestantes HIV+, em especial no que se refere ao tipo de parto e decisão por esterilização feminina adotado, bem como suas implicações. Os dados apresentados resultam de uma pesquisa desenvolvida nas cidades de São Paulo e Porto Alegre, onde foram entrevistadas sessenta mulheres. A condição de soropositividade para o HIV faz com que o parto seja percebido, pelas gestantes, como uma prescrição médica, deixando o desejo em segundo plano. Mas, além deste fator, o tipo de serviço ao qual a gestante encontra-se vinculada aparece como determinante, tanto para a indicação fornecida como para sua concretização ou não. O fato das expectativas relacionadas ao parto serem determinadas por uma prescrição médica, pouco dependente da vontade ou experiências anteriores, faz com que para muitas mulheres esta experiência seja percebida como mais difícil que os partos anteriores ou pior que o esperado.

  11. Domestic violence against women from the perspective of the community health agent Violencia doméstica contra la mujer en la visión del agente comunitario de salud Violência doméstica contra a mulher na visão do agente comunitário de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Maria Godoy Serpa da Fonseca

    2009-12-01

    es necesario ampliar el espacio de discusión del problema, propiciando la introducción de la perspectiva de género en el reconocimiento y en la atención a las mujeres.Trata-se de pesquisa sobre a visão do agente comunitário de saúde acerca da violência contra a mulher e as práticas cuidativas correspondentes, desenvolvidas no nível da atenção básica de saúde. Teve como objetivo compreender o posicionamento e as práticas cuidativas no cotidiano do trabalho em saúde, para subsidiar processos de qualificação do trabalhador a respeito do tema. O referencial teórico-metodológico foi a violência de gênero como construto social e a ideologia como produto social e norteador das práticas de saúde. A coleta de dados foi realizada mediante aplicação de questionário com perguntas fechadas, acerca do posicionamento diante de fatos da realidade assistencial. Os resultados mostraram posições e concepções majoritariamente apoiadas no senso comum, ou seja, nada diferindo das mulheres vítimas de violência ou leigos em geral, levando à conclusão de que é necessário ampliar o espaço de discussão do problema, propiciando a introdução da perspectiva de gênero no reconhecimento e no atendimento às mulheres.

  12. Fatores associados à violência física denunciada por mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabelle da Silva Gama

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Ações dirigidas contra a opressão das mulheres podem ser observadas na reconstrução histórica. Contudo, a violência contra a mulher perdura na linha do tempo e se reafirma como violação dos direitos humanos, caracterizando-se como agravo para a saúde pública, destacando-se por sua complexidade, multicausalidade e desafios intersetoriais. O objetivo do estudo foi identificar fatores associados à violência física contra a mulher denunciante em Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM. Métodos: O estudo foi realizado em Fortaleza, CE, em 2011. Uma amostra de 325 inquéritos policiais de mulheres, entre 20 e 59 anos, foi analisada. A violência foi classificada em física e não física. As análises estatísticas utilizadas foram teste qui-quadrado de Pearson e regressão logística multivariada. Resultados: As denúncias de violência física perpetrada por parceiros ou ex-parceiros representaram 42,8% (IC 95%: 37,4 - 48,4 dos inquéritos policiais analisados. A análise multivariada mostrou os possíveis fatores de risco detectados para a mulher sofrer violência física por parceiro ou ex-parceiro íntimo: o fato de a vítima já ter sofrido recidiva de agressão e nunca ter registrado denúncia junto à delegacia; possuir parceiro atual; possuir até dois filhos com o denunciado; estar em ambiente não residencial e o agressor estar sob o efeito de álcool e/ou drogas ilícitas.  Conclusões: Acredita-se que a pesquisa possa subsidiar o encorajamento de mulheres vítimas de seus parceiros/ex-parceiros em prestar denúncia contra o agressor, rompendo o ciclo intermitente de violência.

  13. Contextos e padrões do uso indevido de benzodiazepínicos entre mulheres Contexts and patterns of undue use benzodiazepine among women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Rosa Lins de Souza

    2013-04-01

    Full Text Available O uso indevido de benzodiazepínicos, especialmente entre mulheres, tem despertado preocupação na área de saúde pública. Este estudo objetivou compreender qualitativamente crenças e valores associados ao consumo indevido dessa substância por mulheres. Foram entrevistadas trinta e três mulheres (18-60 anos com histórico de uso indevido de benzodiazepínicos no último ano, selecionadas intencionalmente e por critérios. Os discursos foram transcritos e submetidos à análise de conteúdo com auxílio do software NVivo. A maioria das entrevistadas referiu tempo de uso bem superior ao recomendado (mediana: 7 anos e compra com receita médica. Os motivos de uso mais citados foram diminuição da ansiedade, problemas de insônia e fuga dos problemas. Apesar de reconhecerem a possibilidade de dependência, esta não motivou a interrupção do uso. O acompanhamento médico não pareceu, necessariamente, estimular a percepção de risco dos benzodiazepínicos, sendo um fator que favoreceu a manutenção do uso prolongado.The undue use of benzodiazepines particularly among women has raised concern in the public health area. This qualitative study aimed at understanding the beliefs and values associated with undue use of benzodiazepines among women. Thirty-three participants (aged between 18 and 60 with a history of undue use of benzodiazepines in the past year were selected intentionally using specific criteria. The interviews were fully transcribed and subjected to content analysis using NVivo software. The majority of respondents reported use for longer than the recommended duration (median 7 years and they purchased the drug with a medical prescription. Reasons for use most given were to deal with anxiety, to improve sleep and to "flee from problems." Even those who acknowledged the possibility of being addicted were not motivated to stop taking the drug. Medical supervision did not necessarily seem to influence the perception of risk of

  14. Entre duas mulheres isso não acontece’ – Um estudo exploratório sobre violência conjugal lésbica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Santos

    2013-06-01

    Full Text Available Os estudos sobre violência doméstica apoiam‑se em larga medida no pressuposto da heterossexualidade. Nesse sentido, contribuem para reforçar a invisibilidade da violência entre pessoas do mesmo sexo no contexto de uma relação íntima. No caso da violência conjugal lésbica, acumulam‑se diversos fatores de discriminação simultânea que urge reconhecer e estudar, de forma a permitir uma intervenção política e social mais adequada.Este artigo tem um objetivo triplo. Em primeiro lugar, trata‑se de proceder a uma revisão dos principais contributos teóricos sobre violência conjugal entre mulheres a nível internacional. Segue‑se uma análise temática com base num estudo empírico de carácter exploratório realizado no contexto português, visando identificar experiências, representações e necessidades por parte da comunidade lésbica relativamente ao tema da violência doméstica. Por fim, apresentam‑se propostas de intervenção teórica, institucional e política tendo como pontos de partida os aspetos levantados nas secções precedentes.

  15. Advances and setbacks in combating violence against women Avance y retrocesos en el combate de la violencia contra mujeres Avanços e retrocessos no combate da violência contra mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Krimberg von Mühlen

    2013-07-01

    Full Text Available This text is a reflection of gender violence in Brazilian society, relying on the theoretical framework of the theory of patriarchy. It brings the contribution of feminist activists in the field of social psychology to face gender violence, understanding that the individual and collective empowerment can contribute to the deconstruction of hierarchical models and unequal between the genders.Este texto es una reflexión sobre la violencia de género en la sociedad brasileña, apoyándose en el marco teórico de la teoría del patriarcado. Trae la contribución de las activistas feministas en el campo de la psicología social para hacer frente a la violencia de género, entendiendo que la autonomía individual y colectiva puede contribuir a la deconstrucción de los modelos jerárquicos y de género desiguales.Este texto é uma reflexão acerca da violência de gênero na sociedade brasileira, apoiando-se no referencial teórico da teoria do patriarcado. Traz a contribuição de militantes feministas do campo da psicologia social para o enfrentamento da violência de gênero, entendendo que o empoderamento individual e coletivo pode contribuir para a desconstrução de modelos hierarquizados e desiguais entre os gêneros.

  16. Violência contra pessoa idosa: representações sociais entre adolescentes do arquipélago de Fernando de Noronha-PE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludgleydson Fernandes de Araújo

    2012-04-01

    Full Text Available Este estudo objetivou identificar e verificar as representações sociais (RS da violência contra as pessoas idosas entre estudantes do Arquipélago de Fernando de Noronha-PE. A amostra foi composta por 100 estudantes de ambos os sexos, do ensino médio, com média de idade de 20,3 anos. Foram utilizados como instrumentos: entrevistas semiestruturadas e o Teste de Associação Livre de Palavras (TALP. As entrevistas foram categorizadas pela Análise de Conteúdo (Bardin, 2002 e a TALP pela técnica de redes semânticas (Reyes-Lagunes, 1993. Os dados obtidos no TALP revelaram RS atreladas à intolerância (100%, covardia (57,2%, desumano (40,7%, ignorância (25,7% e violência (10%. No que tange aos dados da entrevista as subcategorias mais significativas foram desrespeito, maus tratos, indignação e segurança. Conclui-se da necessidade de prevenção no âmbito informativo, bem como de conscientização da população com prioridade para detecção e prevenção de casos de violência contra os idosos.

  17. CONTRATO PELO ESTADO, CONJURAÇÃO CONTRA O ESTADO: UMA COLISÃO ENTRE OS PENSAMENTOS DE LOCKE, ROUSSEAU E CLASTRES.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erick Araujo de Assumpção

    2013-06-01

    Full Text Available Buscar-se-á no presente trabalho analisar os discursos acerca da formação do Estado em Rousseau e Locke. Os autores compartilham a teoria de uma forma de contrato social – um acordo deliberado entre seres humanos cuja condição selvagem se extingue neste momento decisório. Dessa forma, em ambos os autores, o Estado surge como um agente, ou corpo, protetor. Em contrapartida, os estudos de Pierre Clastres – etnólogo francês – referentes a grupos primitivos contemporâneos demonstram a existência de uma permanente conjuração contra a possibilidade do surgimento de um poder político alienado do controle do grupo como um todo. Ou seja, uma conjuração contra o Estado. Nesse sentido, o objetivo geral desse trabalho é colidir tais ideias, assim como suas possíveis reverberações atuais.

  18. Abuso de drogas e transtornos alimentares entre mulheres: sintomas de um mal-estar de gênero?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Helena Simões-Barbosa

    Full Text Available Resumo: O artigo discute o abuso de drogas e os transtornos alimentares sob as perspectivas críticas de gênero e do cuidado em saúde. Postula-se que o sofrimento subjetivo pode se expressar no corpo por meio das doenças psicossomáticas. Nessa perspectiva, a insaciável fome consumista das drogas ou de bens supérfluos, bem como o adoecimento pela fome voluntária em busca de um ideal de esbeltez, como na anorexia e bulimia, podem ser sintomas que denunciam o sofrimento feminino. Uma revisão nos campos da saúde coletiva e das teorias feministas destaca a magnitude dos fenômenos da medicalização e mercantilização da saúde presentes na psiquiatrização do mal-estar feminino. Na transição de gênero das sociedades capitalistas, as cobranças sociais pelo desempenho dos velhos e novos papéis femininos acentuam sentimentos de inadequação, traduzidos no mal-estar de gênero que circunda o abuso de drogas e os transtornos alimentares, analisados como patologias de protesto. Propõe-se o resgate do ideário do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher, orientado pela integralidade, para enfrentar tais desafios.

  19. Rastreamento oportunístico versus perdas de oportunidade: não realização do exame de Papanicolaou entre mulheres que frequentaram o pré-natal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Ribeiro

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo: O objetivo do presente estudo foi estimar a prevalência e identificar fatores associados à não realização do exame citopatológico do colo do útero entre mulheres que frequentaram o pré-natal. Trata-se de estudo transversal, de base populacional, com 308 mulheres de um município do interior de Minas Gerais, Brasil. Utilizou-se amostragem complexa com estratificação e conglomeração. Para análise estatística, empregou-se o teste do qui-quadrado e o modelo de regressão logística com as variáveis que apresentaram valor de p ≤ 0,05 na análise bivariada. A prevalência de não submissão ao exame foi de 21,3%. Entre as mulheres com 25 anos ou mais, a prevalência foi de 15,1%. A não adesão foi mais frequente entre as mulheres jovens, solteiras e com baixa escolaridade. A escolaridade se manteve associada ao desfecho (OR = 0,41, indicando que mulheres com mais anos de estudo têm maiores chances de realizarem o exame. O contato com o serviço de saúde para realização do pré-natal não foi determinante para garantir o acesso ao exame, indicando perda de oportunidades onde o rastreamento é oportunístico.

  20. Depressão entre mulheres da periferia de São Paulo Depression among women living in the outskirts of São Paulo, Southeastern Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Martin

    2007-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o significado da depressão para mulheres diagnosticadas com o transtorno e o contexto do atendimento realizado pelos psiquiatras que as acompanham. MÉTODOS: Estudo qualitativo realizado no município de Embu, na Grande São Paulo, entre agosto de 2002 e janeiro de 2003. Foram realizadas observação etnográfica e entrevistas em profundidade com 16 mulheres diagnosticadas com depressão, pacientes de uma Unidade Básica de Saúde, e quatro psiquiatras. Após a leitura exaustiva, os dados foram agrupados em categorias e analisados. A interpretação dos resultados baseou-se no conceito de cultura. RESULTADOS: As entrevistadas tinham ampla noção do transtorno, aceitando o tratamento com medicação. Para os psiquiatras, a depressão é um termo assimilado pelo senso-comum. Todas as entrevistadas identificaram a origem da doença em eventos passados, como: morte de filho, episódios violentos ligados ao tráfico de drogas, desemprego e agressividade do companheiro. A violência era comum no cotidiano das entrevistadas, tanto fora como dentro de casa. CONCLUSÕES: Para essas mulheres, a depressão era uma forma de expressar sentimentos, como a infelicidade num contexto de pobreza e violência. Os psiquiatras extrapolam as suas funções clínicas e têm um papel na reorganização do cotidiano dessas mulheres.OBJECTIVE: To assess the meaning of depression in women diagnosed with the disorder, and the context of care given by the psychiatrists who follow them up. METHODS: Qualitative study performed in Embu, outskirt of São Paulo, between August 2002 and January 2003. Etnographic observation and in-depth interview were carried out with 16 women diagnosed with depression in primary care, and four psychiatrists. After exhaustive reading, data were grouped into categories and assessed. The assessment of outcomes was based on the concept of culture. RESULTS: Women interviewed are well aware of the disorder, and accept treatment

  1. Violência doméstica e familiar contra a mulher: estudo de casos e controles com vítimas atendidas em serviços de urgência e emergência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Posenato Garcia

    2016-01-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar fatores associados ao atendimento por violência doméstica e familiar entre vítimas atendidas em serviços de urgência e emergência no Brasil. Realizou-se estudo de casos e controles baseado no Sistema de Vigilância de Violências e Acidentes (VIVA, 2011. Foram selecionadas mulheres com 18 anos ou mais de idade, vítimas de violência doméstica e familiar (casos em comparação com aquelas vítimas de acidentes (controles. As razões de chances ajustadas foram estimadas por regressão logística não condicional. Foram incluídos 623 casos e 10.120 controles. Na análise ajustada, foram fatores de risco: idade mais jovem (18-29 anos, baixa escolaridade, não exercer atividade remunerada, consumo de bebida alcoólica, procura de atendimento em outro serviço, ocorrência em final de semana e durante a noite ou madrugada. A violência doméstica e familiar teve o consumo de bebida alcoólica como fator fortemente associado. Os dias e horas de maior ocorrência evidenciam a necessidade de adequação dos serviços de atendimento às vítimas.

  2. Violência contra a mulher e suas implicações na saúde materno-infantil Violencia contra la mujer y sus implicaciones en la salud materno-infantil Violence against women and its implications for maternal and child health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelina Lettiere

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Compreender como mulheres puérperas percebem o fenômeno da violência e qual a relação que estabelecem com seu estado de saúde e de seu filho, processo de gravidez, parto e puerpério. MÉTODOS: Estudo de abordagem qualitativa, sendo os dados coletados por meio de entrevista semiestruturada com 43 puérperas atendidas em uma maternidade de Ribeirão Preto(SP. RESULTADOS: Pela análise temática, as puérperas caracterizaram a violência contra a mulher como um problema social, causado pela desigualdade de gênero e/ou de ocorrência multifatorial. Frente à situação de violência, relataram dificuldade para reconhecerem seus efeitos sobre sua saúde e de seus filhos. CONCLUSÃO: Os resultados apontaram para a invisibilidade desses eventos violentos e para a naturalização da violência.OBJETIVO: Comprender cómo mujeres puérperas perciben el fenómeno de la violencia y cuál es la relación que establecen con su estado de salud y de su hijo, proceso de embarazo, parto y puerperio. MÉTODOS: Estudio de abordaje cualitativo, cuyos datos fueron recolectados por medio de una entrevista semiestructurada a 43 puérperas atendidas en una maternidad de Ribeirão Preto (SP. RESULTADOS: Por el análisis temático, las puérperas caracterizaron a la violencia contra la mujer como un problema social, causado por la desigualdad de género y/o de ocurrencia multifactorial. Frente a la situación de violencia, relataron dificultad para reconocer sus efectos sobre su salud y la de sus hijos. CONCLUSIÓN: Los resultados apuntaron hacia la invisibilidad de esos eventos violentos y hacia la naturalización de la violencia.OBJECTIVE: To understand how postpartum women perceive the phenomenon of violence and what relationship they establish with their state of health and that of their child, the process of pregnancy, birth and puerperium. METHODS: A qualitative study, with data collected through semi-structured interviews with 43 postpartum women

  3. Relação entre materialismo e estilo de consumo: homens e mulheres com comportamento díspare?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Zampieri Grohmann

    2012-01-01

    Full Text Available El género es una variable importante para la comprensión del consumidor y, por lo tanto, ha sido utilizado como un factor moderador en la relación entre materialismo (constructo antecedente y estilo de consumo ¿entendido como importancia atribuida a la marca, comportamiento de compra compulsivo e influencia de otros en el proceso de compra (constructos consecuentes. El modelo utilizado para medir el materialismo fue el e Richins (2004 y para medir el estilo de consumo se utilizó el estudio de McCarty et al. (2007. Se realizó una investigación descriptiva y cuantitativa con 390 consumidores brasileños y el ajuste del modelo, por medio de análisis factorial confirmatorio, fue satisfactorio. Mediante ecuaciones estructurales fueron probadas seis hipótesis de relaciones causales positivas. Los resultados demostraron que: el materialismo tiene relación con a importancia atribuida a la marca (¿=0.329; el materialismo tiene relación con la compra compulsiva (¿=0.485; el materialismo tiene relación con la influencia de otros (¿=0.137; la relación entre el materialismo y la importancia atribuida en la marca es más fuerte en las mujeres; la relación entre el materialismo y la compra compulsiva es más fuerte entre los hombres. La hipótesis de que el materialismo se relaciona más fuerte con la influencia de otros para las mujeres no fue confirmada. La investigación permite concluir que el materialismo antecede al estilo de compra y que hombres y mujeres tienen percepciones diferentes.

  4. Entre estupros e convenções narrativas: os Cartórios Policiais e seus papéis numa Delegacia de Defesa da Mulher (DDM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Nadai

    Full Text Available Resumo Este artigo tem por objetivo colocar em evidência as convenções narrativas que constituem os documentos oficiais produzidos pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM de Campinas, em casos de estupro e ato libidinoso, entre os anos de 2004 e 2005. Levando em consideração, a “gramática” e os “léxicos” produzidos pela polícia civil, gostaria de refletir sobre as inflexões narrativas que são postas em prática por essa corporação quando escrivãs e delegadas, por meio de seu trabalho rotineiro de escrita, forjam termos, produzem encadeamentos narrativos, sequências e imagens textuais. Tomando como cenário a espacialidade e os barulhos e silêncios impostos aos expedientes de trabalho dessa repartição policial, busco, também, colocar em evidência as expertises, estratégias e táticas mobilizadas por essas profissionais diante dos dilemas cotidianos de escuta/escrita enfrentados.

  5. Distúrbios menstruais entre mulheres de 15-54 anos de idade em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil: estudo de base populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Siqueira Barcelos

    2013-11-01

    Full Text Available Para avaliar a prevalência de distúrbios menstruais e sua distribuição conforme paridade e características demográficas, sociais e comportamentais, entre 15-54 anos de idade, realizou-se estudo transversal de base populacional, em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, com 1.078 mulheres. Foram investigados sangramento menstrual excessivo, sangramento intermenstrual, ciclo menstrual curto, ciclo menstrual longo e menstruação prolongada. Foram calculadas as taxas de prevalência, com intervalos de 95% de confiança. A prevalência global de distúrbios menstruais foi 46,4% (43,4-49,4. O mais prevalente foi sangramento menstrual excessivo (23,2%; 20,5-25,8, seguido de ciclo menstrual curto (19,2%; 16,6-21,8, ciclo menstrual longo (14,8%; 12,7-16,9, sangramento intermenstrual (11,1%; 9,1-13,2 e menstruação prolongada (7,9%; 6,3-9,4. Os distúrbios menstruais são frequentes na população, estando associados à idade maior que 34 anos, escolaridade menor que cinco anos, maior paridade, laqueadura tubária e tabagismo.

  6. Relações entre identidade, linguagem e cultura: o léxico da culinária em A casa das sete mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giselle Olivia Mantovani Dal Corno

    2014-12-01

    Full Text Available Em um universo cultural, há regras de convivência social permeando todo o cotidiano. Uma das funções da cultura é permitir a adaptação do indivíduo à sociedade, já que é pela herança cultural que a comunicação se instaura. Não apenas pela linguagem, mas também por seu comportamento, os indivíduos assumem determinada identidade, construída a partir da cultura. Esta, por sua vez, expressa-se por referenciais linguísticos. Dessa perspectiva, o presente artigo tem como objetivo proceder a uma análise das relações existentes entre identidade, linguagem e cultura pelo estudo do léxico relativo à culinária no romance A casa das sete mulheres, de Leticia Wierzchowski, a partir do qual se busca observar como a construção da identidade regional gaúcha é retratada na obra.

  7. Qualidade de vida entre mulheres com excesso de peso e doenças crônicas não transmissíveis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Martins Horta

    Full Text Available O estudo objetivou identificar a qualidade de vida e os fatores a ela associados entre mulheres com excesso de peso e doenças crônicas não transmissíveis. Tratou-se de estudo transversal com uma amostra de conveniência formada por 50 usuárias adultas e idosas de uma academia da cidade de Belo Horizonte(MG, Brasil. Para a avaliação da qualidade de vida, utilizou-se instrumento WHOQOL-bref. Realizou-se análise descritiva e regressão linear uni e multivariada. "Relações sociais" foi o domínio que mais contribuiu para a qualidade de vida, seguido do domínio "físico". Associaram-se a pior qualidade de vida a presença autorreferida de gastrite/úlcera (ß=-11,890; p=0,011, uso de medicamentos (ß=-7,730, p=0,035, maior consumo per capita de açúcar (ß=-0,092; p=0,045, valores elevados de índice de massa corporal (ß=-1,218; p=0,048 e maior consumo de carboidratos (ß=-0,382; p=0,042. Concluiu-se que muitos são os fatores relacionados à qualidade de vida, que devem ser considerados nos programas de saúde.

  8. Mulher e esporte no Brasil: entre incentivos e interdições elas fazem história They make history between incentives and hindrances Entre incentivos e interdiciones ellas hacen historia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    2006-11-01

    Full Text Available Este texto objetiva evidenciar que a participação das mulheres no esporte brasileiro, ainda que tenha aumentado significativamente nas últimas décadas, merece ser analisada com cautela. Isso significa afirmar que não são iguais as condições de acesso e participação das mulheres, se comparado aos homens, no campo das práticas corporais e esportivas, seja no esporte de rendimento, no lazer, na educação física escolar, na visibilidade conferida pela mídia, nos valores de alguns prêmios atribuídos aos vencedores e vencedoras de competições esportivas, entre outras. Ou seja, ao longo da história do esporte nacional foram e são distintos os incentivos, os apoios, as visibilidades, as oportunidades, as relações de poder, conferidos a mulheres e homens, seja no âmbito da participação, seja na gestão e administração. PALAVRAS-CHAVE: mulher e esporte – práticas corporais e esportivas – participação em atividades físicas – educação física escolar. This text aims at giving evidence that women's participation in Brazilian sports, despite a substantial increase in the last decades, deserves to be analyzed with caution. It implies in affirming that the conditions for access and participation in sports and body practices, be it in performance sports, leisure, or school physical education are not equal between men and women in terms of the visibility given by the media, the value of prizes awarded to the winners in sports competitions, among other issues. In other words, along the history of sports in Brazil there have been differences among the incentives, the sponsorships, the visibility, the opportunities and the power relations conferred to men and women, be it in terms of participation or in sports management. KEY WORDS: women and sports – body and sports practices participation in physical activities – school physical education. Este texto objetiva evidenciar que la participación de las mujeres en el

  9. Fatores associados ao excesso de peso entre mulheres Factores asociados al exceso de peso entre mujeres Factors associated to overweight among women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Cristine Souza Lopes

    2012-09-01

    Full Text Available Objetivou-se caracterizar as usuárias e identificar os fatores associados ao excesso de peso em serviço público de Promoção à Saúde (SPS. Estudo transversal com todas as mulheres de SPS, denominado Academia da Cidade. Utilizaram-se variáveis antropométricas, consumo e hábitos alimentares, e relato de morbidades. Realizou-se análise descritiva e regressão linear múltipla (pSe objetivó caracterizar las usuarias e identificar los factores asociados al exceso de peso en el Servicio de Promoción a la Salud (SPS Pública. Estudio transversal con todas las mujeres de SPS, denominado Academia da Cidade. Se utilizaron variables antropométricas, consumo y hábitos alimentarios, e informe de morbilidades. Se realizó regresión lineal múltiple (pThe objective is to characterize the users of a public health promotion service (HPS and identify factors associated with excess weight among these users. It's cross-sectional study among all women in a HPS. It was used anthropometric variables, food consumption and dietary habits, and reports of morbidity. Descriptive analysis and multiple linear regressions were performed (p<0,05. A high prevalence of excess weight (78,7% and inadequate dietary characteristics were found among the 262 interviewees. The increase of body mass index correlated with inadequate food mastication (b=2,780; p<0,001; insufficient vitamin C intake (b=-2,700; p=0,039; risk of cardiovascular diseases (b=2,840; p<0,001 and dyslipidemia (b=2,292; p=0,003; and doing diets over the last six months (b=2,216; p=0,006. Conclusion: The high rates of excess weight and associated factors show that there is a need to implement strategies for health promotion and recovery, focusing on comprehensive care for individuals and communities, even if at HPS.

  10. Fatores associados à imunização contra Hepatite B entre trabalhadores da Estratégia Saúde da Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Maria Eleutério de Barros Lima Martins

    2015-02-01

    Full Text Available Estudo transversal conduzido entre trabalhadores da Estratégia Saúde da Família de Montes Claros. Objetivo: investigar o relato de vacinação contra Hepatite B, a verificação da imunização e os fatores associados às dosagens de anti-HBs. Método: coletaram-se amostras de sangue daqueles que relataram ter recebido uma ou mais doses da vacina. Avaliou-se a associação da dosagem de anti-HBs com condições sociodemográficas, ocupacionais e comportamentais. As associações foram verificadas pelos testes Mann Whitney e Kruskal Wallis e correlação de Spermann seguida pela regressão linear, utilizou-se o SPSS® 17.0. Resultados: dentre os 761 entrevistados, 504 (66,1% foram vacinados, 52,5% tomaram três doses, 30,4% verificaram a imunização. Dos 397 avaliados quanto à dosagem de anti-HBs, 16,4% estavam imunes. Conclusão: constatou-se que o maior tempo de trabalho foi associado a níveis mais elevados de anti-HBs, enquanto os níveis de tabagismo foram inversamente associados ao anti-HBs. Há necessidade de campanhas de vacinação entre esses trabalhadores.

  11. Comparación de perfiles de personalidad entre individuos con delitos contra la seguridad pública, delitos menores y sin delitos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Amar

    2011-01-01

    Full Text Available El objetivo de éste estudio fue comparar el perfil psicológico de tres grupos de individuos, dos de ellos recluidos en una penitenciaría por cometer alguna acción criminal tipificada en el código penal como Delito contra la seguridad pública (Grupo A, y Delitos menores (Grupo B, y el tercer grupo (C conformado por Personas sin comisión de delitos y libres. Se evaluaron 450 hombres, con edades entre 18 y 50 años, a través de un diseño transaccional no experimental de corte comparativo. Se aplicó el cuestionario Minimult de Kincannon (1968 para la medición de ocho perfiles psicológicos (Histeria, Depresión, Paranoia, Esquizofrenia, Psicastenia, Desviación psicopática, Hipocondriasis e Hipomanía. Los datos se analizaron con el modelo MANOVA para discriminar los distintos grupos a partir de las variables medidas. Los resultados fueron consistentes con las investigaciones previas y sugieren la presencia de rasgos psicopatológicos entre quienes cometieron delitos más violentos.

  12. Impacto do incentivo ao aleitamento materno entre mulheres trabalhadoras formais The impact of breastfeeding promotion in women with formal employment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Alves Brasileiro

    2010-09-01

    Full Text Available Investigar se programas de incentivo ao aleitamento materno ajudam a prevenir o desmame precoce entre filhos de mães trabalhadoras. Foi realizado um estudo de intervenção não randomizado, por meio de inquérito entre mães que voltaram a trabalhar após o parto, participantes e não-participantes de um programa de incentivo ao aleitamento. A amostra consistiu de 200 mães de filhos com idades entre 6 e 10 meses. Para avaliar fatores associados ao desmame precoce, os resultados foram analisados por meio dos testes estatísticos de qui-quadrado, exato de Fisher e análise de regressão logística múltipla (α = 0,05. Os resultados mostraram que houve diferença estatística nas taxas de aleitamento materno exclusivo (p This study focused on programs to promote breastfeeding in order to prevent early weaning of working mothers' infant children. A non-randomized intervention study was conducted using a survey of mothers who had returned to work after childbirth, including both participants and non-participants in a program to promote breastfeeding. The sample consisted of 200 mothers of infants ranging from 6 to 10 months of age. Factors associated with early weaning were analyzed with the chi-square and Fisher's exact tests and multiple logistic regression (α = 0.05. The results showed statistical differences between the groups in relation to exclusive breastfeeding (p < 0.0001 and breastfeeding (p < 0.0001. There was a statistically significant difference (p = 0.0056 between the groups in relation to time between childbirth and return to work. There was no difference between the end of maternity leave and weaning time. Mothers that were unable to nurse their infants during the work shift showed 4.98 times higher odds (95%CI: 1.27-19.61 of weaning them before the fourth month of age.

  13. Violência e saúde: contribuições teóricas, metodológicas e éticas de estudos da violência contra a mulher Violence and health: theoretical, methodological, and ethical contributions from studies on violence against women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilia Blima Schraiber

    2009-01-01

    Full Text Available Tecem-se considerações teóricas, metodológicas e éticas acerca da violência contra a mulher como violência de gênero e objeto da Saúde Coletiva. São reflexões epistemológicas com base em cotidianos de pesquisas, com base em investigações qualitativas e quantitativas, populacional e com usuários de serviços de saúde, abordando-se mulheres e homens. Define-se a violência como tema complexo e sensível, de qualidade médico-social quanto à sua tomada teórico-metodológica, apontando-se a interdisciplinaridade como referencial para sua construção como objeto da saúde. Discutem-se as dificuldades na articulação de distintas ciências, metodologias e perspectivas teóricas. Aponta-se também a especial dinâmica entre o visível e o invisível em violência, com implicações para os desenhos de pesquisa, em particular na delimitação do empírico, o que se torna uma relevante questão diante das necessidades tecnológicas da intervenção em Saúde. Essas especificidades da violência colocam ainda questões éticas particulares para a produção do conhecimento, havendo necessidade de cuidados especiais como parte da qualidade metodológica da pesquisa. A ética da pesquisa mostra-se igualmente responsável pela cientificidade dos dados produzidos. Situações das pesquisas realizadas ilustram as considerações desenvolvidas.This article discusses theoretical, methodological, and ethical aspects pertaining to violence against women as both a form of gender violence and a public health issue. The text provides epistemological reflections based on daily research experience with qualitative and quantitative, population-based, and service-user studies that address both women and men. Violence is defined as a complex and sensitive theme of a medical and social nature in terms of its theoretical-methodological approach, pointing to interdisciplinarity as the reference for its construction as an object of health. The article

  14. Título da página eletrónica: Observatorio de la Violencia de Género contra la Mujer

    OpenAIRE

    Tatiana Moura; Sílvia Roque; Júlia Garraio

    2013-01-01

    O Observatorio de la Violencia de Género contra la Mujer é da responsabilidade da Organização de Mulheres Salvadorenhas (ORMUSA), uma ONG feminista que trabalha, formalmente desde 1985, em prol da igualdade e justiça entre os sexos no país. Dedica‑se à sistematização e divulgação de dados sobre vários tipos de violência contra as mulheres em El Salvador (feminicídios, violência sexual, intrafamiliar e social), baseando‑se nos relatórios da polícia, do instituto de medicina legal e na observaç...

  15. Título da página eletrónica: Observatorio de la Violencia de Género contra la Mujer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Moura

    2013-02-01

    Full Text Available O Observatorio de la Violencia de Género contra la Mujer é da responsabilidade da Organização de Mulheres Salvadorenhas (ORMUSA, uma ONG feminista que trabalha, formalmente desde 1985, em prol da igualdade e justiça entre os sexos no país. Dedica‑se à sistematização e divulgação de dados sobre vários tipos de violência contra as mulheres em El Salvador (feminicídios, violência sexual, intrafamiliar e social, baseando‑se nos relatórios da polícia, do instituto de medicina legal e na observaç...

  16. Mulheres e o HVI/AIDS: Intersecções Entre Gênero, Feminismo, Psicologia e Saúde Pública

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BRUNA KRIMBERG VON MUHLEN

    2014-01-01

    Full Text Available En este ensayo contextualizamos el panorama en que se encuentran las mujeres y el vi H . Relacionamos nuestras reflexiones acerca del empoderamiento de las mujeres con la teoría de Krista Burlae y la psicología feminista. Establecemos relaciones entre la jerarquía de género y el mantenimiento de la vulnerabilidad femenina presentes en las configuraciones de parejas heterosexuales y sus efectos en la salud de las mujeres. Hacemos énfasis en el empoderamiento de las mujeres como un factor de prevención a tenerse en cuenta. Proponemos partir de los datos estadísticos relativos a la epidemia del vi H /sida para centrar la atención en la salud global de las mujeres y articular la vida privada y la salud pública. Ante las reflexiones realizadas, entendemos la necesidad de transformar el trinomio mujeres/salud sexual/salud pública.

  17. A violência contra a mulher na perspectiva de policiais militares: espaço para a promoção da saúde = The violence against women from the perspective of police officers: a gap to health promotion

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marisa Signori

    2007-01-01

    Full Text Available Trata-se de uma pesquisa qualitativa desenvolvida na cidade de Concórdia, Estado de Santa Catarina, com 10 policiais militares e com o objetivo de analisar a concepção de violência contra a mulher na perspectiva dos mesmos. Os dados foram coletados através de entrevista semi-estruturada e analisados com a técnica do Discurso doSujeito Coletivo – DSC. Os discursos expressam os motivos da violência, a concepção dos policiais sobre ela e por que a mulher não denuncia o agressor. O álcool é apontado como o principal motivo da violência, bem como a cultura machista e o descumprimento dasobrigações femininas pela mulher. A análise revela que a mulher não denuncia a violência sofrida principalmente por dependência financeira, medo de sofrer nova violência, vergonha e esperança que o companheiro mude de atitude. Família e violência ainda permanecemcomo questões de âmbito privado.This qualitative research was developed at Concórdia, state of Santa Catarina, Brazil, with 10 police officers. It aimed to analyze the conception of violence against women from their perspective. The data was collected through a semi-structured interview and analyzed with the Collective Subject Speech technique – DSC. The speeches expressed the reasons of violence, the participants’ conception of it and why women do not denounce the aggressor. The alcohol, the male chauvinist culture and the non-execution of female obligations were pointed out as reasons to violence. Data analysis revealed that women do not denounce mainly because of financial dependence, fear of suffering more violence, for being ashamed and for hope in the partners’ change of attitude. Family and violence still remain considered as private issues.

  18. Asociación entre enfermedad cardiovascular y anticuerpos contra Chlamydia pneumoniae Association between cardiovascular disease and antibodies against Chlamydia pneumoniae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guadalupe de los A García-Elorriaga

    2002-06-01

    Full Text Available Objetivo. Precisar si existe asociación entre enfermedad cardiovascular (ECV y anticuerpos contra Chlamydia en población mexicana. Material y métodos. Estudio transversal, realizado en la Unidad de Investigación en Inmunología e Infectología -Hospital de Infectología del Centro Médico Nacional La Raza (CMNR- y en el Servicio de Cirugía Cardiovascular y Asistencia Circulatoria, del Hospital General del CMNR, Instituto Mexicano del Seguro Social (IMSS, de agosto de 1998 a abril de 2000. Se determinaron anticuerpos IgG e IgM contra C. psittaci, C. trachomatis y C. pneumoniae mediante microinmunofluorescencia, en suero de 70 pacientes con ECV hospitalizados en el CMNR, mayores de 30 años, de uno u otro sexo, y se compararon con 140 sanos, pareados por edad y sexo. Se utilizaron muestras aleatorias simples, con un tamaño poblacional de 110, una prevalencia de 50% y un nivel de confianza de 99%. Para establecer la diferencia entre las proporciones de los títulos se utilizó ji cuadrada y se calculó la razón de momios. Resultados. El 94.3% (66/70 de los pacientes presentó IgG en contra de C. pneumoniae vs 37% (52/140 de los individuos sanos (pObjective. To evaluate the association between cardiovascular disease (CVD and antibodies against Chlamydia in Mexican population. Material and Methods. A cross-sectional study was conducted from August 1988 to April 2000, at the Immunology and Infectology Research Unit of Hospital de Infectología, Centro Médico Nacional La Raza (CMNR- and at the Cardiovascular Surgery and Circulatory Care, Hospital General CMNR, Instituto Mexicano del Seguro Social (IMSS. Study subjects were 70 CVD hospitalized patients, older than 30 years, from both genders. Serum IgG and IgM antibodies against C. psitaccii, C. trachomatis and C. pneumoniae were determined by microimmunofluorescence in study subjects and compared with those from 140 healthy individuals, matched by age and sex. Simple random sampling was used

  19. LA SITUACIÓN DE UNO CONTRA UNO EN MINIBASKET FEMENINO: ANÁLISIS COMPARATIVO ENTRE DOS UBICACIONES DIFERENTES DE LA LÍNEA DE TRES PUNTOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.L. Arias

    2010-09-01

    Full Text Available

     

    RESUMEN

    El objetivo de este trabajo fue analizar de forma comparativa en Minibasket el número de situaciones de un atacante contra un defensor que se producían al jugar con la línea que define la zona del área restringida como línea de tres puntos con respecto a una línea de tres puntos rectangular. Participaron 67 jugadoras (edad: M = 10.39 años, SD = 0.67, de seis equipos diferentes. De estas jugadoras se obtuvieron 1642 posesiones de balón en un primer campeonato y 1669 posesiones de balón en un segundo. Se utilizó la metodología observacional. Tras formar a cuatro observadores, la fiabilidad del registro obtenida a través del coeficiente de correlación mediante el estadístico de Pearson, alcanzó valores entre .83 y .93. Las diferencias significativas encontradas entre los dos campeonatos (p = .019, revelaron que al jugar con la línea de tres puntos delimitada por la zona restringida se consiguen un 3.9% más situaciones de un atacante contra un defensor, lo que puede favorecer en mayor medida el desarrollo de la inteligencia ante la toma de decisión. No obstante, el número de situaciones de uno contra uno en ambos campeonatos se considera escaso. A partir de los resultados, se indican una serie de recomendaciones sobre el reglamento.
    Palabras Clave: Capacidad cognitivo-motriz, toma de decisión, minibasket, línea de tres puntos.

     

    ABSTRACT

    The purpose of this study was to analyze the number of situations of one versus one in Mini-basketball, on playing with a three-point line delimited by the area of the restricted zone compared with a three-point line delimited by the rectangular area. Sixty seven Mini-basketball female

  20. Prevalência da violência praticada por parceiro masculino entre mulheres usuárias da rede primária de saúde do Estado de São Paulo

    OpenAIRE

    Mathias,Ana Karina Rios de Araujo; Bedone, Aloisio José; Osis, Maria José Duarte; Fernandes,Arlete Maria dos Santos

    2013-01-01

    OBJETIVOS: Avaliar a prevalência e fatores associados à violência praticada por parceiro íntimo (VPI), entre mulheres usuárias das Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Estado de São Paulo. MÉTODOS: Foi realizado um estudo descritivo de corte transversal, a partir da análise secundária de dados de entrevista a mulheres usuárias de 75 UBS de 15 Departamentos Regionais do Estado de São Paulo, no período de Agosto/2008 a Maio/2009. Foi utilizado questionário baseado no Abuse Assessment Screen e o C...

  1. A sexualidade, a saúde reprodutiva e a violência contra a mulher negra: aspectos de interesse para assistência de enfermagem Sexualidade, salud reprodutiva y violencia contra la mujer negra: revisión da literatura de interes para el cuidado de enfermería Sexuality, reproductive health and violence against the african brazilian women: aspects of interest for nursing care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Cristina Fonseca da Cruz

    2004-12-01

    Full Text Available Com base no referencial da teoria racial crítica, foi feita uma revisão da literatura com o objetivo de buscar informações que fundamentem uma ação profissional afirmativa contra o racismo e o sexismo, baseada em evidências científicas e culturalmente competente. Evidenciou-se que a sexualidade, a saúde reprodutiva e a violência contra a mulher negra são temas com literatura escassa, sugerindo que o racismo e o sexismo estão operantes por meio da omissão ou negligência do Estado pese a mobilização das mulheres negras. Concluiu-se que a discriminação institucional precisa ser explicitada e combatida por meio de várias ações afirmativas em relação à mulher negra que devem ser implementadas ou fortalecidas para a promoção da eqüidade em saúde.Con base en el referencial de la teoría racial crítica, se realizó una revisión de la literatura con el objetivo de buscar informaciones que fundamenten una acción profesional afirmativa contra el racismo y el sexismo, basada en evidencias científicas y culturalmente competentes. Se evidenció que la sexualidad, la salud reproductiva y la violencia contra la mujer negra son temas con literatura escasa, sugiriendo que el racismo y el sexismo están operantes por medio de la omisión o negligencia del Estado, pese a la mobilización de las mujeres negras. Se concluyó que la discriminación institucional precisa ser explicitada y combatida por medio de varias acciones afirmativas en relación a la mujer negra y deben ser implementadas o fortalecidas para la promoción de la equidad en salud.Based on the referential of the critical racial theory, a review of the literature was made with the objective of searching for information that leads to an affirmative professional action against racism and sexism, based on scientific evidences and culturally competent. It was evidenced that the sexuality, reproductive health and violence against African Brazilian women are themes with

  2. Asociación entre ver televisión y obesidad en mujeres peruanas Associação entre assistir televisão e obesidade em mulheres peruanas Association between television viewing and obesity in Peruvian women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julio A Poterico

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Evaluar la asociación entre frecuencia de ver televisión, sobrepeso y obesidad en una muestra representativa de mujeres peruanas a nivel nacional. MÉTODOS: Análisis secundario de la Encuesta Nacional Demográfica y de Salud Familiar incluyendo mujeres de 15 a 49 años. Las variables resultados fueron obesidad (índice de masa corporal >30 kg/m² y sobrepeso (>25 peso OBJETIVO: Analisar a associação entre frequência de assistir televisão com sobrepeso e obesidade em uma amostra representativa de mulheres peruanas em nível nacional. MÉTODOS: Análise secundária da Pesquisa Nacional Demográfica e de Saúde Familiar incluindo 27.712 mulheres de 15 a 49 anos em 2008. As variáveis-desfecho foram obesidade (índice de massa corporal > 30 kg/m2 e sobrepeso (entre 25 e 30 kg/m2; a variável de exposição foi a frequência de assistir televisão (nunca, ocasionalmente, quase todos os dias. Foi utilizada regressão logística para amostras complexas, ajustada por potenciais confundidores. Os resultados foram apresentados como odds ratios ajustados (ORa com seus respectivos intervalos de 95% de confiança. RESULTADOS: A prevalência de sobrepeso foi de 34,7% (IC95% 33,8;35,7 e de obesidade, 14,3% (IC95% 13,6;5,1. Mulheres que assistiam televisão ocasionalmente e quase todos os dias tiveram maior probabilidade de ter obesidade em comparação às que não assistiam: ORa = 1,7 (IC95% 1,3;2,3 e ORa 2,6 (IC95% 2,0;3,5, respectivamente. A magnitude da associação foi menor para o sobrepeso: ORa 1,2 (IC95% 1,3;2,3 e ORa 1,6 (IC95% 1,1;1,4, respectivamente. A associação foi mais forte na área urbana. CONCLUSÕES: A frequência de assistir televisão esteve associada à apresentar obesidade e sobrepeso entre mulheres peruanas, e a força da associação variou de acordo com a área de residência. Estes achados podem auxiliar estratégias de prevenção da obesidade no contexto peruano.OBJECTIVE: To assess the association between

  3. La investigación sobre violencia contra las mujeres en América Latina: entre el empirismo ciego y la teoría sin datos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Castro Roberto

    2003-01-01

    Full Text Available La investigación en torno a la violencia contra las mujeres en América Latina enfrenta una paradoja: el número de investigaciones es sumamente bajo, al mismo tiempo que existe una suerte de agotamiento del tema sin haberse dado aún respuestas definitivas sobre la naturaleza y las causas del problema. Ello responde a la orientación predominantemente empírica de las investigaciones, y a su falta de anclaje en la teoría sociológica más general. La investigación que se apoya en la teoría social suele ignorar las mediaciones existentes entre los arreglos estructurales y la conducta específica de los individuos, así como el carácter interaccional de la violencia. La investigación empírica, por su parte, presenta resultados inconsistentes y suele incurrir en problemas metodológicos tales como confusión operacional, y obviedad de los hallazgos y de las recomendaciones. Para enriquecer la investigación es indispensable diseñar nuevas investigaciones sustentadas en el corpus conceptual de las ciencias sociales y abandonar los diseños ateóricos y meramente estadísticos. Sólo así será posible imaginar las nuevas preguntas de investigación que requiere el problema de la violencia.

  4. La investigación sobre violencia contra las mujeres en América Latina: entre el empirismo ciego y la teoría sin datos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Castro

    2003-02-01

    Full Text Available La investigación en torno a la violencia contra las mujeres en América Latina enfrenta una paradoja: el número de investigaciones es sumamente bajo, al mismo tiempo que existe una suerte de agotamiento del tema sin haberse dado aún respuestas definitivas sobre la naturaleza y las causas del problema. Ello responde a la orientación predominantemente empírica de las investigaciones, y a su falta de anclaje en la teoría sociológica más general. La investigación que se apoya en la teoría social suele ignorar las mediaciones existentes entre los arreglos estructurales y la conducta específica de los individuos, así como el carácter interaccional de la violencia. La investigación empírica, por su parte, presenta resultados inconsistentes y suele incurrir en problemas metodológicos tales como confusión operacional, y obviedad de los hallazgos y de las recomendaciones. Para enriquecer la investigación es indispensable diseñar nuevas investigaciones sustentadas en el corpus conceptual de las ciencias sociales y abandonar los diseños ateóricos y meramente estadísticos. Sólo así será posible imaginar las nuevas preguntas de investigación que requiere el problema de la violencia.

  5. Vacinação contra hepatite B e Anti-HBS entre trabalhadores da saúde

    OpenAIRE

    Souza,Fernanda de Oliveira; Freitas,Paloma de Sousa Pinho; de Araújo, Tânia Maria; Gomes,Mariana Rabelo

    2015-01-01

    ResumoObjetivoAvaliar a prevalência de vacinação para hepatite B e os fatores associados entre trabalhadores da atenção primária e da média complexidade do setor saúde.MetodologiaEstudo transversal com 506 trabalhadores do setor saúde de um município do Recôncavo Baiano. Utilizou-se questionário para investigar situação vacinal para hepatite B. Análises uni e bivariada foram utilizadas para avaliação dos fatores associados à vacinação.ResultadosHouve predomínio do sexo feminino (78,3%) e do v...

  6. Aborto e coerção sexual: o contexto de vulnerabilidade entre mulheres jovens Sexual coercion and abortion: a context of vulnerability among youth women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Bulegon Pilecco

    2011-03-01

    Full Text Available Neste estudo investigou-se a relação entre a prática do aborto e a declaração de coerção sexual. Os dados foram provenientes do GRAVAD, inquérito domiciliar com amostragem probabilística estratificada, realizado com jovens de 18 a 24 anos, no Rio de Janeiro, em Porto Alegre e em Salvador, Brasil. A amostra do presente artigo foi composta por 870 entrevistas de mulheres que reportaram ter tido gravidez. A declaração de aborto mostrou-se associada ao relato de uma experiência de coerção sexual, bem como à maior escolaridade da jovem, a não ter obtido as primeiras informações sobre relações sexuais com os pais e a um maior número de gravidezes e de parceiros. A associação entre o aborto e a coerção sexual evidencia um quadro de vulnerabilidade de gênero e denota a precariedade das negociações em termos de sexualidade e reprodução. O silenciamento da coerção sexual às instituições públicas contribui para aumentar a vulnerabilidade das jovens, impedindo o acesso a recursos educativos, jurídicos e de saúde, que poderiam auxiliar na ruptura das situações de coerção e prevenção de novas ocorrências.This study aims to investigate the relationship between abortion and experiences of sexual coercion. The data came from GRAVAD, a household survey with a stratified random sample of young women (18-24 years in Rio de Janeiro, Porto Alegre, and Salvador, Brazil. The sample used in this article included 870 interviews of women who reported having become pregnant. Abortion was associated with: a reported experience of sexual coercion, more schooling, failure to obtain first information about sex from parents, and a history of more pregnancies and sexual partners. The association between abortion and sexual coercion reflects a situation of gender vulnerability and reveals young women's precariousness in sex negotiation and reproduction. A veil of silence in public agencies concerning sexual coercion helps perpetuate

  7. Revisão crítica sobre o atendimento a homens autores de violência doméstica e familiar contra as mulheres A critical review on interventions with male perpetrators of domestic and family violence against women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Costa Lima

    2011-01-01

    Full Text Available Este artigo representa uma revisão crítica sobre intervenções com homens autores de violência (HAV doméstica e familiar contra a mulher, tendo como base a revisão de literatura nacional e estrangeira sobre o tema. Somado a esta revisão, o artigo traz resultados de um estudo de caso com abordagem qualitativa sobre um programa governamental de prevenção e atenção à violência doméstica e familiar do Sul do Brasil. Além do trabalho desenvolvido com mulheres em situação de violência, esse programa passou a atuar, em 2004, com HAV, atividade pioneira nesse estado e, à época, uma das poucas realizadas no Brasil por uma organização governamental. Os resultados obtidos a partir deste estudo mostraram que, apesar de os serviços de atendimento a HAV representarem um desafio adicional para o complexo campo de ação voltado à prevenção, atenção e enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher, eles podem, ao mesmo tempo, constituir novas possibilidades para esse campo, à medida que, aliados às ações já dirigidas às mulheres, podem contribuir para diminuir essa violência e promover a equidade de gênero.This paper is a critical review on interventions with male perpetrators of violence against women, grounded in the revision of national and foreign literature on the theme and results from a case study with a qualitative approach of a governmental domestic and family violence prevention and action program from the South of Brazil. Besides working with women victims of violence, this program has been attending male perpetrators of violence against women since 2004, a pioneer service in this state, and at that time, one of the few developed in Brazil by a governmental organization. The results of this study showed that although these interventions with male perpetrators of violence represent an additional challenge to the complex field of prevention, attention and confrontation of domestic and family

  8. Estudo comparativo de respostas cardiovasculares para dois intervalos de recuperação entre exercícios resistidos em circuito em mulheres normotensas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hamid Arazi

    2013-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A hipertensão é uma desordem cardiovascular que acomete aproximadamente um bilhão de indivíduos no mundo e representa um importante fator de risco para doença cardiovascular. OBJETIVO: Comparar as respostas cardiovasculares durante recuperação após dois protocolos de exercícios resistidos em circuito (ERC com diferentes intervalos de recuperação (IR. Doze mulheres normotensas (idade 21,3 ± 1,3, anos; altura 163,5 ± 5,9 cm e peso 57,5 ± 8,9 kg executaram dois ERC com IR de 30 (IR30s e 40 (IR40s segundos entre os exercícios, aleatoriamente. MÉTODOS: Os protocolos consistiram de três circuitos de seis exercícios com 10 repetições máximas (10RM e dois minutos de recuperação entre os circuitos, seguidos por um período de recuperação ode 60 minutos. As medidas foram tomadas antes do exercício, ao fim do último exercício (R1 e a cada 10 minutos de recuperação pós-exercício (R10, R20, R30, R40, R50 e R60. Análise de variância de medidas repetidas (ANOVA (grupo x tempo foi utilizada para analisar os dados, seguida pelo teste post-hoc de Bonferroni, para p ≤ 0,05. RESULTADOS: Em comparação com os valores de recuperação, pressão arterial sistólica (PAS, pressão arterial diastólica (PAD, frequência cardíaca (FC e produto da taxa de pressão (PTP em R1 após as tentativas de exercício com IR30s e IR40s aumentaram significativamente. Hipotensão pós-exercício (HPE de PAS foi observada após ERC com IR30s (em R20, R30, R40, R50 e R60 e IR40s (em R30, R40, R50 e R60, enquanto HPE de PAD foi observada somente após ERC com IR30s em R60. Exceto por tempo após ERC com IR30s em R10, nenhuma alteração significativa de FC foi observada em todos os momentos medidos durante os períodos de recuperação das tentativas. PTP retornou aos valores de repouso após as tentativas de exercício em R10, diminuindo significativamente após ERC com IR30s em R60 e após ERC com IR40s em R40, R50 e R60. CONCLUS

  9. Assistência à saúde das mulheres do município de taboão da serra com diagnóstico de displasia ou carcinoma cérvico-uterino: problematização do sistema de referência e contra-referência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Maria Chiesa

    1992-03-01

    Full Text Available O presente estudo foi desenvolvido junto a 49 mulheres, clientes das Unidades Básicas de Saúde de Taboão da Serra com diagnóstico de displasia ou carcinoma detectados através do exame citológico. Apresentase uma caracterização do serviço e discute-se a precariedade em que se operacionaliza a referência e contra-referência no tocante a este agravo, já que, em 81,6% dos casos detectados, as Unidades Básicas de Saúde desconheciam a situação da cliente quanto ao tratamento. Discute-se também a organização das ações de saúde enfatizando-se a necessidade de implementação de um programa educativo.

  10. Caracterização dos casos de violência contra a mulher atendidos em três serviços na cidade de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil Violence against women: analysis of cases treated at three services in the city of Uberlândia, Minas Gerais State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilúcia Vieira Garcia

    2008-11-01

    Full Text Available Este estudo apresenta aspectos epidemiológicos e clínicos da violência contra a mulher, utilizando três fontes de dados: prontuários médicos do Hospital de Clínicas de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, (HCU; fichas de atendimento da ONG SOS Ação Mulher Família (ONG SOS Mulher; laudos de perícia de lesões corporais e de necropsias do Posto Médico Legal (PML. No HCU e no PML, os atendimentos foram decorrentes principalmente por agressão física, não havendo alusão à violência psicológica nos prontuários médicos e nos laudos, revelando que em serviços de atenção primária à saúde esta violência é evidenciada somente em pesquisas pós-entrevistas com as vítimas. Na ONG SOS Mulher foram observadas principalmente as violências psicológica e física. Nas três fontes pesquisadas houve baixa ocorrência da violência sexual, corroborando dados da literatura que retrata a invisibilidade desta questão, principalmente da violência sexual conjugal sofrida pelas mulheres que buscam ajuda nesses serviços. Os dados da presente pesquisa permitem concluir que os tipos de violência contra a mulher nesses três diferentes serviços públicos de saúde e social, em Uberlândia, diferenciam-se conforme as características específicas dos serviços oferecidos nessas instituições.This study analyzes epidemiological and clinical aspects of violence against women, using three data sources: medical records at the University Hospital in Uberlândia, Minas Gerais State, Brazil; treatment forms from the nongovernmental organization SOS Action for Women and Families; forensic reports on bodily injuries and autopsies from the Medical Examiner's Office. At the University Hospital and Medical Examiner's Office, the records related mainly to physical aggression, with no reference to psychological abuse in the medical charts or forensic reports, revealing that in primary health care services, such violence is only identified through post

  11. Rastreamento oportunístico do câncer de mama entre mulheres jovens no Estado do Maranhão, Brasil Opportunistic screening for breast cancer among young women in Maranhão State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lívia Pontes de Lima

    2011-07-01

    Full Text Available Apesar de infrequente, o câncer de mama em mulheres com menos de 40 anos merece destaque, pois o diagnóstico exige alto índice de suspeição clínica; assim, as práticas preventivas devem ser valorizadas entre mulheres em idade fértil com o rastreamento oportunístico configurando-se em estratégia relevante na abordagem às mulheres. Objetivou-se estudar as práticas adotadas por mulheres jovens para prevenção do câncer de mama no Maranhão, Brasil. Trata-se de estudo de base populacional, descritivo, realizado de junho/2007 a janeiro/2008. A maioria das maranhenses tem baixa renda (42,1% e menos de oito anos de escolaridade (62,6%. Cerca de 30% relataram o autoexame da mama; entre as mulheres acima de 35 anos, 71,6% nunca realizaram mamografia. Prevaleceu o exame clínico (35,2% dentre as medidas preventivas, observando-se incremento de 11,5% nessa prática nos últimos dez anos. Tais informações acerca do rastreamento oportunístico do câncer de mama no Maranhão irão auxiliar na formulação das políticas públicas de saúde específicas para o estado.Although breast cancer is infrequent in women under 40 years of age, it deserves attention, since diagnosis requires a high rate of clinical suspicion. Thus, preventive practices should be emphasized in childbearing-age women, with opportunistic screening as a relevant strategy. This study focused on breast cancer prevention practices adopted by young women in Maranhão State, Brazil. This was a population-based descriptive study conducted from June 2007 to January 2008. The majority of the women had low income (42.1% and fewer than eight years of schooling (62.6%. Some 30% reported breast self-examination. Among women older than 35, 71.6% had never had a mammogram. The most common preventive measure was clinical examination (35.2%, which had increased by 11.5% in the previous ten years. Such information on opportunistic breast cancer screening in Maranhão should help produce

  12. ¿Hay diferencias entre la violencia grave y la violencia menos grave contra la pareja?: un análisis comparativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enrique Echeburúa

    2008-01-01

    Full Text Available En este estudio ex post facto se lleva a cabo una descripción de las características presentadas por 1.081 casos denunciados por violencia contra la mujer en las comisarías de la Ertzaintza del País Vasco. En primer lugar, se presentan las variables psicológicas y sociodemográficas del agresor y de la víctima, así como de la relación de pareja. Y en segundo lugar, se determinan las diferencias más significativas entre la violencia grave y la violencia menos grave en relación con esas mismas variables. Los resultados ponen de manifiesto que tanto los agresores como las víctimas tienden a ser jóvenes, con una sobrerrepresentación de agresores y víctimas extranjeros inmigrantes. En el caso de los maltratadores graves, tienden a ser celosos o posesivos, a sentirse humillados por la ruptura de la pareja, lo que redunda directamente en un descenso de su autoestima y a consumir abusivamente alcohol o drogas. Por lo que se refiere a las víctimas de la violencia grave, se suelen sentir con frecuencia en peligro de muerte y están más fácilmente en circunstancias de vulnerabilidad, como una edad muy joven, una personalidad muy dependiente, una situación de enfermedad crónica o de dependencia económica, un consumo de drogas o un entorno de soledad. Se comentan las implicaciones de este estudio para la investigación y para la práctica clínica.

  13. Mulheres candidatas: relações entre gênero, mídia e discurso Women candidates: gender, media and discourse relations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Maria Finamore

    2006-09-01

    Full Text Available Tendo como pano de fundo a sobreposição das presenças da mulher e do político nas candidaturas a cargos públicos, neste artigo discutimos o peso da mídia na influência sobre a escolha dos eleitores e a posição destes como intérpretes dessas mensagens midiáticas. Assumindo um entendimento que relativiza o poder da mídia, indicamos como a idéia de discurso de (e sobre gênero pode ser compreendido como mediador dessa influência. Embora pesquisas indiquem que a presença da mulher na mídia como candidata, transformada em um produto de marketing, tendem a desqualificá-la, esses efeitos apenas acompanham o estereótipo da mulher restrita à cena privada, alimentado por um discurso social que identifica o lugar da mulher como sendo o lar, longe, portanto, do espaço público. A mídia, assim, além de sua responsabilidade pela instalação desse lugar de mulher, atua pela sua manutenção. Concluímos que a participação política das mulheres se apresenta intimamente ligada a como elas são representadas no senso comum, indicando que uma mudança da participação política feminina passaria pela mudança nos discursos hegemônicos sobre as mulheres, discursos esses que atravessam os indivíduos e os grupos sociais.On this paper we discuss, within the cross over of two representations - woman and politic function - the media's power to influence voters' choices and their roles as interpreters of media messages. Under a position that understands the relativity of the media's power, we set the idea of gender discourse as a mediator of its influence. Whereas literature shows how a candidate suffers an important effect of media exposition, transformed in a marketing product, we suggest that women in politics suffer from the stereotype that states "women's place is at home". We conclude that women politic participation is strongly linked to the way in which they are represented in the common sense and a change in the hegemonic discourses

  14. Violência contra a mulher na rede de atenção básica: o que os enfermeiros sabem sobre o problema? Violence against women in the basic care network: what do nurses know about the problem?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cyntia Paulin Baraldi

    2012-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: descrever o conhecimento dos enfermeiros das Unidades Distritais Básicas de Saúde do município de Ribeirão Preto, SP, Brasil, acerca da violência contra a mulher, particularmente aquela cometida pelo parceiro íntimo. MÉTODOS: estudo quantitativo, transversal e descritivo. Participaram 51 enfermeiros, extraídos de um estudo maior com 221 profissionais de saúde. Os dados foram coletados por meio de questionário que investigava o conhecimento em relação à violência cometida contra as mulheres. RESULTADOS: os enfermeiros acertaram de 76% a 90,2% das questões sobre definição de violência de gênero e 78% obtiveram altos escores em questões sobre epidemiologia da violência; no entanto, 70,6% demonstraram desconhecer sua epidemiologia nos serviços de pré-natal. 83,7% dos enfermeiros demonstraram bom conhecimento sobre como abordar as vítimas para obter a revelação da violência ocorrida e 52% demonstraram conhecimento elevado sobre o manejo dos casos. CONCLUSÕES: os enfermeiros conhecem bem a definição de violência, têm conhecimentos sobre o manejo de casos, a necessidade de notificação e encaminhamentos de casos em situação de risco. Entretanto, desconhecem características epidemiológicas importantes da violência contra a mulher, o que pode ser uma barreira para a atuação dos enfermeiros no atendimento a mulheres em situação de risco, principalmente durante a atenção no pré-natal.OBJECTIVES: to outline what nurses from the District Basic Care Units of the municipality of Ribeirão Preto, in the Brazilian State of São Paulo, know about violence against women, especially that perpetrated by an intimate partner. METHODS: a quantitative, cross-sectional, descriptive study was carried out with 51 nurses drawn from a larger study of 221 health workers. The data were collected using a questionnaire that asked about their knowledge regarding violence against women. RESULTS: the nurses correctly answered

  15. Temas médico-sociais e a intervenção em saúde: a violência contra mulheres no discurso dos profissionais Social medical themes and the health intervention: violence against women in the professional's discourse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia Bittencourt Kiss

    2011-03-01

    Full Text Available Estuda-se a violência contra mulheres como alvo dos cuidados em saúde. É parte de pesquisa em serviços públicos em São Paulo, envolvendo prevalência de casos entre usuárias de 15 a 49 anos; estudo de seus prontuários; descrição dos serviços, por sua observação; e entrevistas semiestruturadas com 50 de seus profissionais, acerca da rotina e do ideal de trabalho em saúde, percepções quanto à existência de casos, ofertas assistenciais ou seus obstáculos e representações sobre violência. Analisa-se o conteúdo das narrativas profissionais, usando-se os demais dados para caracterização de seus contextos assistenciais. Reiterando a literatura, violência foi quase sempre tida como problema relevante, mas fora dos escopos das intervenções profissionais. Relataram-se ações isoladas e em caráter pessoal. Medos e impotência profissional foram mencionados, mas nenhum aspecto positivo para eventual intervenção. Os profissionais mostraram parco conhecimento de serviços especializados de referência. Conclui-se que as dificuldades na aceitação de casos de violência deveriam ser trabalhadas em três dimensões: a estreita definição da competência profissional, excluindo a violência como objeto; a indefinição tecnológica do fazer profissional; e a ausência de apoios efetivos em seus serviços.This study deals with violence against women as a health care matter. It was part of a research in public services of São Paulo (Brazil, including the prevalence of violence among users from 15 to 49 years old; the study of their medical records; the description of the services; and interview with 50 professionals, focusing the routine and the ideals of health work, the perception on the existence of violence cases, the offer of assistance or its obstacles and the representations on violence. This article analyses the content of the professional narratives and uses the other data to characterise the assistance context

  16. Equivalência semântica da versão em português do instrumento Abuse Assessment Screen para rastrear a violência contra a mulher grávida Semantic equivalence of the Portuguese version of the Abuse Assessment Screen tool used for the screening of violence against pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michael E Reichenheim

    2000-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Programas de investigação epidemiológica e de ação no âmbito da violência familiar estão em franca ascensão, requerendo instrumentos de aferição adaptados e vertidos para o português. O objetivo do estudo é avaliar a equivalência semântica entre o original em inglês e duas versões para o português do instrumento Abuse Assessment Screen (AAS usado no rastreamento de casos de violência contra a mulher grávida e recomendar uma versão-síntese para uso corrente. MÉTODOS: O processo de avaliação de equivalência semântica envolveu quatro etapas: tradução, retradução, apreciação formal de equivalência e crítica final através de consultas com especialista na área temática. RESULTADOS: Para cada item do instrumento apresentam-se os resultados relativos às quatro etapas. O texto cobre cada passo do processo que levou à versão final. As duas versões mostraram-se bastante semelhantes, com 14 das 15 assertivas similares, embora a segunda versão tenha se mostrado mais adequada, ainda que para alguns itens tenha sido decidido juntar as duas versões ou mesmo utilizar um item oriundo da versão um. CONCLUSÃO: É importante usar mais de uma versão no processo, em várias etapas de avaliação e de crítica, e discutir a pertinência de se acrescentar uma etapa adicional de interlocução do instrumento com membros da população-alvo.INTRODUCTION: Research programs and actions regarding family violence have been growing steadily. Therefore, there's a need to develop data collection tools. In Brazil, further problems come up since tools that have been developed elsewhere need to be adapted and translated. This study focuses on the Abuse Assessment Screening (AAS used to detect violence against pregnant women. The objective is to evaluate the semantic equivalence between the original tool in English and two Portuguese versions, and propose a synthetic version to be used in the field. METHODS: The evaluation

  17. INFLUÊNCIA DO ENVELHECIMENTO SOBRE A FUNCÃO E ATIVIDADE ELETROMIOGRÁFICA DOS MÚSCULOS DO ASSOALHO PÉLVICO DE MULHERES NULIGESTAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Djessica Aline Santos Bocardi

    2017-02-01

    Full Text Available Resumo: E Muitos fatores de risco são indicados na literatura para as disfunções da musculatura do assoalho pélvico (MAP, no entanto, pouco se sabe como o envelhecimento influência a MAP. Estudo que comparou a função e a atividade eletromiográfica da MAP em mulheres em diferentes idades. Participaram 70 mulheres entre 18 e 69 anos, submetidas à avaliação da função e pressão de contração, além da eletromiográfia da MAP durante o repouso e a contração voluntária máxima (CVM. Os resultados mostram que não foram observadas diferenças significativas quando avaliados os valores da pressão de contração da MAP e dados eletromiográficos da RMS média e pico da CVM nos grupos. A correlação entre a idade, função, pressão de contração e atividade elétrica da MAP demonstrou uma correlação negativa baixa apenas entre a idade das voluntárias e dados eletromiográficos de RMS média e pico. Conclui-se que a baixa correlação negativa entre a idade e a atividade eletromiográfica da MAP demonstra uma tendência de quanto maior a idade menor a atividade eletromiográfica desses músculos.

  18. Estratégias de Cuidado e Suporte em Saúde Mental entre Mulheres Assentadas/ Estrategias de Cuidado y Soporte en Salud Mental entre Mujeres Asentadas/ Strategies for Mental Health Care and Support for Women from Rural Settlements

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Graça Costa

    2015-05-01

    Full Text Available Neste estudo, pesquisou-se sobre as estratégias de cuidado e apoio psicossocial oferecidas a mulheres adultas residentes de assentamentos rurais do Brasil. Aplicou-se o Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20 para identificar a prevalência de Transtornos Mentais Comuns (TMC e entrevistas semiestruturadas com as quais foram apresentadas hipóteses positivas de TMC. Os resultados indicaram que, apesar da alta prevalência de TMC (43.6%, essas mulheres não recorrem à rede de saúde para abordar essas questões e o único recurso oferecido na atenção primária é a prescrição com ansiolíticos. A religiosidade e o trabalho se destacam como as estratégias mais importantes para o apoio à saúde mental dessas mulheres.

  19. Garantir a cidadania das mulheres: A indiferença e outros obstáculos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carole Pateman

    2012-10-01

    Full Text Available Este artigo discute as estruturas sexuais e raciais de poder que continuam a obstruir de forma sistemática a cidadania das mulheres. As reformas jurídicas e políticas concretizadas em muitos países não foram acompanhadas por mudanças correspondentes nas práticas sociais de dominação e subordinação e nas concepções de masculinidade e feminilidade. A este obstáculo junta‑se a pobreza, que afecta maioritariamente as mulheres a nível global, e o crescimento da desigualdade induzido pela redução, privatização e eliminação de serviços públicos, que têm levado ao acréscimo do fardo quotidiano das mulheres, especialmente nos países pobres. O empobrecimento das mulheres e as guerras das duas últimas décadas têm fomentado o tráfico sexual global e a violência contra as mulheres. A indiferença relativamente a estes fenómenos tem por base (e reforça o contrato sexual‑racial global. De forma a eliminar a interacção entre o contrato de indiferença mútua e o contrato sexual‑racial global, propõe‑se que a atribuição de um rendimento básico a todos os cidadãos constituiria um passo em direcção a uma cidadania plena.

  20. Vacinação contra hepatite B e fatores associados entre cirurgiões-dentistas Hepatitis B vaccination and associated factors among dentists

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Conceição Ferreira

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimou-se a prevalência e investigaram-se os fatores associados à vacinação contra hepatite B e os motivos para não vacinação entre cirurgiões-dentistas. MÉTODOS: Os dados foram coletados por meio de um questionário semiestruturado autoaplicável. Participaram cirurgiões-dentistas inscritos no Conselho Regional de Odontologia de Minas Gerais, subseção Montes Claros, que residiam e trabalhavam em clínicas odontológicas ou consultórios, com ou sem vínculo empregatício, no serviço privado ou público, em Montes Claros, MG. As variáveis associadas à vacinação contra hepatite B foram investigadas por meio de regressão logística não condicional. RESULTADOS: Foram identificados 333 trabalhadores elegíveis, 297 (89,2% participaram e 283 responderam à questão sobre vacinação; destes, 258 (91,2% realizaram o esquema vacinal de três doses e 25 (8,8% não vacinaram ou não completaram o esquema vacinal, relatando como principal motivo a falta de informação (48%. As variáveis associadas com relato de vacinação, após ajuste para todas as outras, foram: consumo de tabaco (OR = 2,50; IC95% = 1,22-7,13, consumo de bebidas alcoólicas (OR = 2,99; IC95% = 1,16-7,74, satisfação com a profissão (OR = 4,62; IC95% = 1,50-8,25 e conhecimento sobre protocolo pós-exposição ocupacional (OR = 4,28; IC95% = 1,63-9,26. CONCLUSÕES: Verificou-se alta prevalência de vacinação completa, sendo maior entre os não fumantes, os que não consumiam bebidas alcoólicas, os mais satisfeitos com a profissão e os que conheciam um protocolo pós-exposição ocupacional. O estudo sugere que os comportamentos negligentes com a própria saúde se repetem. Há necessidade de campanhas educativas sobre a transmissão da hepatite B, contribuindo para o controle e erradicação dessa grave infecção.OBJECTIVE: We calculated the prevalence and studied the factors associated with hepatitis B vaccination. Reasons for non-vaccination among

  1. Ações para o enfrentamento da violência contra a mulher em duas unidades de atenção primária à saúde no município do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana dos Santos Borsoi

    2009-03-01

    Full Text Available Propôs-se conhecer e discutir ações voltadas para o enfrentamento da violência doméstica no âmbito do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher. Para tanto, buscou-se levantar e comparar as práticas profissionais em duas unidades de saúde do município do Rio de Janeiro, sendo uma delas referência para o atendimento às vítimas de violência. Foram realizadas oito entrevistas em profundidade, semiestruturadas, com profissionais das equipes do Programa de Saúde da Mulher. Embora ambas as unidades identifiquem frequentemente usuárias vítimas de violência doméstica, na unidade de referência os profissionais se mostraram mais preparados para identificar o problema quando este não se apresenta de forma explícita e para desenvolver ações de acolhimento dentro da própria unidade de saúde. O que diferencia as duas unidades é o encaminhamento dado ao problema, relacionado com a forma como cada serviço entende a violência como demanda inerente também à esfera da saúde.

  2. Acidentes e violências entre mulheres atendidas em Serviços de Emergência Sentinela - Brasil, 2009 Accidents and violence among women attended in Sentinel Emergency Services - Brazil, 2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celeste de Souza Rodrigues

    2012-09-01

    Full Text Available As causas externas afetam de maneira desigual as populações humanas. O presente artigo tem como objetivo analisar os atendimentos de emergência em mulheres vítimas de acidentes e violências. Foram analisados dados do inquérito de Vigilância de Violências e Acidentes em 74 Unidades de Emergência de 23 capitais e no Distrito Federal em 2009. Analisaram-se 6.965 atendimentos de mulheres adultas comparando-se as faixas de 20-39 e 40-59 anos, em relação a ocorrência de acidentes e violências. Os acidentes foram mais frequentes em mulheres jovens (20 a 39 anos, de cor negra e com escolaridade maior que 9 anos de estudo. A ocorrência de violência também foi predominante em mulheres jovens e negras, porém com menor escolaridade. Entre os acidentes predominaram as quedas (38,6%, seguidas de acidentes de transporte. As violências foram mais frequentes no domicílio (p Accidents from external causes affect the human population in different ways. This article seeks to analyze emergency care for women who are victims of accidents and violence. Data from the Surveillance System for Violence and Accidents were analyzed. This study was carried out in 74 emergency units of 23 state capitals and the Federal District in 2009 and included 6,965 women aged from 20-59 years. The age groups of 20-39 and 40-59 years were compared for the occurrence of accidents and violence. Accidents were more frequent among young black women (20-39 years with more than nine years of schooling. The occurrence of violence was also prevalent in young black women but with less schooling. Falls were the most frequent accidents (38.6%, followed by traffic accidents. The occurrence of violence was more frequent in the home (p <0.000 and the mention of alcohol abuse among victims of violence was predominant. The most frequent type of violence was aggression (84.6%, in which the aggressor was male (79.1% and identified as an intimate partner (44.1%. It is increasingly

  3. Associação entre circunferência abdominal e hipertensão arterial em mulheres: Estudo Pró-Saúde Association between abdominal circumference and hypertension among women: the Pró-Saúde Study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Hasselmann

    2008-05-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi estimar a prevalência de hipertensão arterial segundo estratos de circunferência abdominal (CA e índice de massa corporal (IMC, em kg/m² em uma população de funcionárias públicas de universidade localizada no Rio de Janeiro, Brasil. Foram analisados dados seccionais de 1.743 mulheres não grávidas de 24 a 69 anos participantes, em 2001, do Estudo Pró-Saúde. Mulheres com baixo peso ou apresentando IMC > 35kg/m² foram excluídas. Mulheres que apresentavam pressão sangüínea sistólica > 140mmHg ou diastólica > 90mmHg ou faziam uso de medicação anti-hipertensiva foram consideradas hipertensas. A análise foi conduzida segundo dois estratos de CA (normal: 88cm e três de IMC (eutrofia: 18,5-24,9kg/m²; sobrepeso: 25,0-29,9kg/m²; e obesidade I: 30,0-34,9kg/m². Entre mulheres eutróficas, participantes com valores elevados de CA apresentaram o dobro da prevalência de hipertensão arterial do que aquelas com CA This study aimed to estimate the prevalence of hypertension according to levels of abdominal circumference (AC and body mass index (BMI, expressed as kg/m² among public employees at a university in Rio de Janeiro, Brazil. Cross-sectional data were obtained for 1,743 non-pregnant women aged 24-69 years participating in the Pró-Saúde Study. Underweight women and those with BMI > 35kg/m² were excluded. Hypertension was defined as systolic blood pressure >140mmHg or diastolic > 90mmHg or the use of anti-hypertensive drugs. Age-adjusted prevalence rates for hypertension were calculated considering two strata of AC (normal: 88cm and three levels of BMI (normal: 18.5-24.9kg/m²; overweight: 25.0-29.9kg/m²; and obesity I: 30.0-34.9kg/m². Among normal-weight women, participants with high AC showed a two-fold higher prevalence of hypertension as compared to those with AC < 88cm (18% vs. 8%, p < 0.05. Routine measurement of AC, in addition to BMI, could contribute to early identification of

  4. A representação da mulher entre Jesus de Nazaré Paulo de Tarso no Cristianismo Primitivo: (I Século E.C.)

    OpenAIRE

    Braga, Eliézer Serra [UNESP

    2016-01-01

    Essa tese examina os evangelhos e as cartas do Novo Testamento como fontes documentais na busca por construir uma história da importância das mulheres para o estabelecimento bem sucedido da Igreja nos séculos I e II na Palestina e na Diáspora romanas enquanto ainda era identificado como um movimento religioso judaico. Inicia-se essa pesquisa pela obervação do contexto social e cultural mais abrangente da formação do mediterrâneo greco-romano e suas atitudes para com o feminino a partir da aná...

  5. Que desejo é esse? Decisões reprodutivas entre mulheres vivendo com HIV/Aids sob o olhar da psicanálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina Franco Zihlmann

    2015-06-01

    Full Text Available Realizou-se um estudo qualitativo para conhecer como mulheres vivendo com HIV/Aids atribuem sentido às suas decisões reprodutivas, bem como caracterizar seu desejo inconsciente. Foram realizadas entrevistas em profundidade com 15 mulheres adultas, atendidas em um hospital especializado em doenças infecciosas e em uma organização não-governamental. Foi construído um relato sobre a trajetória de vida das entrevistadas com base na técnica da história oral do tipo temática e na perspectiva teórica psicanalítica. Referiu-se aos conceitos de identificação imaginária e identificação simbólica para explicitar aspectos do desejo inconsciente. As falas das entrevistadas mostraram contradições e suas decisões reprodutivas são pautadas por uma lógica inconsciente, sendo que a gravidez, nesse contexto, tem a função de restauração narcísica cujo objetivo é gerar um rebento soronegativo. Outra contradição é que as entrevistadas avaliam as decisões reprodutivas de outras mulheres soropositivas como uma "loucura" ou "irresponsabilidade", enquanto justificam suas próprias decisões procurando se desresponsabilizar por seu desejo inconsciente. Assim, uma contribuição da Psicanálise para o campo da saúde pública é a inclusão das idiossincrasias na relação do sujeito com o outro e, deste modo, viabilizar o resgate da singularidade do desejo inconsciente dos sujeitos, além de permitir uma reflexão sobre a interferência dessas questões no cuidado integral, o que, afinal, pode interferir no acolhimento das necessidades complexas de mulheres vivendo com HIV/Aids.

  6. Comparação entre o desempenho motor de homens e mulheres em séries múltiplas de exercícios com pesos Comparacion entre el desempeño motor de hombres y mujeres en séries múltiples de ejercícios con pesos A comparison of motor performance between men and women in multiple series of weight exercises

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emanuel Péricles Salvador

    2005-10-01

    Full Text Available A magnitude das respostas neuromusculares, metabólicas e morfológicas de homens e mulheres parece ser bastante diferenciada até mesmo quando esses sujeitos são submetidos a protocolos de exercícios com pesos semelhantes. Todavia, as diferenças no desempenho motor entre homens e mulheres têm sido relatadas predominantemente em protocolos baseados em contrações isométricas e isocinéticas. Assim, o objetivo deste estudo foi analisar o comportamento de homens e mulheres durante séries múltiplas de exercícios com pesos até a exaustão e, posteriormente, verificar possíveis diferenças de desempenho físico entre os sexos em exercícios com pesos com intensidades semelhantes. Para tanto, 83 indivíduos (50 homens e 33 mulheres, 48 horas após serem submetidos a testes de 1-RM nos exercícios supino em banco horizontal, agachamento e rosca direta de bíceps, executaram um protocolo composto por quatro séries a 80% de 1-RM até a exaustão, em cada um dos três exercícios, para avaliação da capacidade de resistência a fadiga nos diferentes grupos musculares. ANOVA e ANCOVA para medidas repetidas, seguidas pelo teste post hoc de Tukey, quando P La magnitud de las respuestas neuromusculares, metabólicas y morfológicas de hombres y mujeres parece estar bastante diferenciada hasta que los sujetos son sometidos a protocolos de ejercicios con pesos semejantes. Todavía, las diferencias del desempeño motor entre hombres y mujeres han sido relatadas predominantemente en protocolos basados en contracciones isométricas e isocinéticas. Así, el objetivo de este estudio fué analizar el comportamiento de hombres y mujeres durante series multiples de ejercicios con pesos hasta la extenuación y, posteriormente, verificar posibles diferencias de desempeño físico entre los sexos en ejericicos con pesos con intensidades semejantes. Para ello, 83 indivíduos (50 hombres y 33 mujeres, 48 horas después serían sometidos a tests 1-RM en los

  7. Motivos e circunstâncias para o aborto induzido entre mulheres vivendo com HIV no Brasil Motives and circumstances surrounding induced abortion among women living with HIV in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilza Vieira Villela

    2012-07-01

    Full Text Available O impacto da infecção pelo HIV/Aids na decisão de interromper uma gravidez entre mulheres vivendo com HIV/Aids é ainda um tema pouco estudado. Visando entender como a infecção pelo HIV/Aids interfere na prática do aborto foi realizado estudo qualitativo em sete municípios brasileiros com mulheres portadoras desse vírus que haviam induzido um aborto em algum momento da vida. Este trabalho apresenta a análise das entrevistas de 30 mulheres que engravidaram após o diagnóstico. Os resultados mostram que para algumas a infecção foi o principal motivo de interrupção da gravidez, enquanto que para outras estiveram referidos a outras circunstâncias da vida. A decisão de abortar após o diagnóstico da infecção pelo HIV não é igual para todas as mulheres, e é influenciada pelo momento do diagnóstico e os demais aspectos da vida, como a relação com o parceiro, a inserção de trabalho e o suporte familiar. Os resultados sugerem a necessidade de atenção dos serviços de saúde quanto às decisões reprodutivas das mulheres vivendo com HIV/Aids; de incorporação dos homens nas ações preventivas de saúde sexual e reprodutiva e do aprofundamento da discussão sobre a ilegalidade do aborto no país e suas danosas consequências para mulheres, homens e crianças.The impact of HIV/AIDS infection on the decision of women living with HIV/AIDS to interrupt a pregnancy remains an understudied topic. In an effort to understand the influence of HIV/AIDS diagnosis on abortion practices, a qualitative study was carried out in seven Brazilian municipalities with women living with HIV/AIDS who reported inducing an abortion at some point in their lives. This study presents the analysis of interviews with thirty women who became pregnant after diagnosis. The results show that for some women, infection was the primary motive for terminating their pregnancy, while for others, the motives for abortion were predominantly related to life

  8. Avaliação das ações de atenção às mulheres sob violência no espaço familiar, atendidas no Centro de Apoio à Mulher (Belo Horizonte, entre 1996 e 1998 Estimate of activity women's attention that are constrained in the family environment, Attentive in Centro de Apoio à Mulher (Center of Women's Support, in Belo Horizonte, between 1996-1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Matias Alves

    2001-01-01

    Full Text Available Este estudo analisou a política de assistência a mulheres vítimas de violência no contexto familiar e assistidas no Programa Cidadania da Mulher, através de seus dois projetos: Centro de Apoio à Mulher - "Benvinda" e Casa Abrigo - "Sempre Viva", em Belo Horizonte, entre 1996-1998. Os dados foram adquiridos através de questionários semi-abertos e pré-testados, obtendo-se a representação mental das equipes técnica e de apoio (N=14, e de 10% de usuárias do Centro de Apoio no período de 1997-1998 (N=70; além de dados biológicos, psicossociais e das condições econômicas das usuárias entre 1996 e 1998 (N=1529; causas e tipos de violência. Os dados revelam que: a a violência tem aspectos culturais, sociais e econômicas; b estes indicadores descritos sugerem realizar estudos de casos analíticos dentro e fora do espaço familiar, de forma a aprofundar as questões aqui apresentadas; c o programa é importante como política social de emergência por ser um serviço de referência para a população de Belo Horizonte e sua região metropolitana, além de cidades do interior do Estado, buscando maior integração entre as famílias destas com as instituições, na preservação dos direitos humanos e na construção da cidadania.These study analyzed the politic of women assistance's victims by violence in environment familiar and assisted by the program Cidadania da Mulher (Women's Citizenship in two projects "Benvinda" (Welcome and "Casa Abrigo" (Sheltering home in Belo Horizonte (MG, Brazil from 1996 to 1998. The data were obtained with half-open and pretested questionnaires, obtaining the mental representation of the support employees, users 10% (N=70 and technical team, besides biological and social data, life conditions of the original families of the users, causes and types of violence (N= 1529 users between 96 and 98. In conclusion, the data showed: a the violence occur in by culture social and economic, aspects without

  9. Indicador nacional de alfabetismo funcional-2001: explorando as diferenças entre mulheres e homens The National Index of Functional Literacy - 2001: examining the differences between men and women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amélia Cristina Abreu Artes

    2007-12-01

    Full Text Available Este trabalho se insere em um conjunto de estudos na área educacional que investigam as diferenças nos resultados que homens e mulheres apresentam em pesquisas educacionais. O Indicador Nacional de Alfabetismo Funcional é composto por um teste com 20 questões de dificuldade variada, que mensura como as pessoas utilizam-se da escrita e da leitura em seus espaços cotidianos, tendo sido desenvolvido pelo Instituto Paulo Montenegro (IBOPE e Ação Educativa e aplicado a uma amostra estratificada da população brasileira, composta de 2.000 pessoas (15 a 64 anos. Os resultados indicam que as mulheres apresentam um resultado melhor em todas as questões do teste na comparação com os homens. Utilizando o conceito de gênero e afastando-se da dicotomia homem-mulher, trabalhou-se com três grupos ocupacionais: homens que trabalham; mulheres que trabalham fora e donas-de-casa. A análise inferencial realizada indica que as diferenças entre as proporções médias de acertos nos três grupos ocupacionais são significativas, uma vez controladas as cinco variáveis preditoras (escolaridade, idade, cor, Critério Brasil e gosto por leitura. Isso sugere que as diferenças encontradas entre os grupos independem dessas variáveis preditoras. Na análise questão a questão, observa-se que, para nove destas, as mulheres que trabalham apresentam um desempenho médio superior aos homens que trabalham ou donas-de-casa. O que mais surpreende é que em três questões as donas-de-casa apresentam um desempenho significativamente superior aos homens que trabalham.This work is part of a group of studies in the educational field that investigate the differences in the results obtained by men and women in educational researches. The National Index of Functional Literacy is composed from a test of 20 questions of varying difficulty that measure how people make use of reading and writing in their daily activities. It was developed by the Paulo Montenegro Institute

  10. Cobertura vacinal contra hepatite B entre usuários de drogas ilícitas Cobertura vacinal contra hepatite B entre usuários de drogas ilícitas Hepatitis B vaccination use and risk behaviors among users of illicit drugs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Santos Attilio

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a cobertura vacinal contra a hepatite B e os comportamentos de risco entre usuários de drogas ilícidas (UDI em Dourados-MS. MÉTODOS: Trata-se de uma pesquisa de campo, descritiva de corte transversal realizada mediante aplicação de questionário em 49 usuários atendidos pelos centros de recuperação e programas de apoio desse Município. RESULTADOS: Identificou-se predomínio de homens jovens que utilizavam drogas não injetáveis. A história de prisão, e de hepatite na família, tatuagens, múltiplos parceiros sexuais e realização de todas as formas de relação sexual, foram os fatores de risco mais frequentes. CONCLUSÃO: Estes fatores combinados com a baixa cobertura vacinal e a falta de término do esquema confirmam a vulnerabilidade do grupo em adquirir a hepatite B.OBJETIVO: Identificar la cobertura de vacunas contra la hepatitis B y los comportamientos de riesgo entre usuarios de drogas ilícidas (UDI en Dourados-MS. MÉTODOS: Se trata de una investigación de campo, descriptiva de corte transversal realizada mediante la aplicación de un cuestionario a 49 usuarios atendidos por los centros de recuperación y programas de apoyo de ese Municipio. RESULTADOS: Se identificó predominio de hombres jóvenes que utilizaban drogas no inyectables. La historia de prisión, y de hepatitis en la familia, tatuajes, parejas sexuales múltiples y realización de todas las formas de relación sexual, fueron los factores de riesgo más frecuentes. CONCLUSIÓN: Estos factores sumados a la baja cobertura de vacunas y la falta de término del esquema confirman la vulnerabilidad del grupo para adquirir la hepatitis B.OBJECTIVE: To identify hepatitis B vaccine use and risk behaviors among users of illicit drugs (IDU in Dourados (Mato Grosso do Sul, Brasil. METHODS: A descriptive cross-sectional field study was conducted by questionnaire with 49 users of illicit drugs who were receiving assistance through rehabilitation

  11. Perspectivas sociais e dominação simbólica: a presença política das mulheres entre Iris Marion Young e Pierre Bourdieu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Felipe Miguel

    2010-06-01

    Full Text Available O artigo trata da participação política das mulheres e de sua presença no poder político. Nessa temática, discute a tensão entre o potencial emancipacionista prometido pela incorporação de múltiplas perspectivas ao debate político e a ação reprodutora do campo. Partindo das causas que, a nosso ver, são responsáveis pela relativa ausência de mulheres dos círculos decisórios e por seu "desinteresse" pela política, discutimos as perspectivas orientadas, de uma forma ou de outra, para a solução (melhoramento dessa situação. O artigo organiza-se em três seções. Na primeira, defende-se a posição de que a via mais promissora para justificar a necessidade de presença das mulheres passa pelo entendimento de que os espaços de deliberação devem abrigar uma pluralidade de perspectivas sociais relevantes - um conceito associado, sobretudo, à obra da teórica estadunidense Iris Marion Young. Na segunda, discute-se alguns problemas desse conceito, em especial, certa ingenuidade que marca um ideal dele derivado: a geração de um espaço plural de discussão e de tomada de decisão em função da adoção de cotas eleitorais. Utiliza-se o conceito de "campo", extraído da obra de Pierre Bourdieu, para depurar as idéias de Young dessa ingenuidade. Na terceira seção, introduz-se um elemento adicional: a distinção, apresentada por Nancy Fraser, entre "políticas afirmativas" e "políticas transformadoras". Conclui-se, de forma preliminar, com um balanço dos limites e das potencialidades de uma política baseada na defesa da ampliação da presença de "perspectivas sociais".

  12. Entre a Necessidade de Lembrar e a Recomendação de Condutas às Mulheres em Castela no Século XV * Entre la Necesidad de Acordarse y la Recomendación de Conductas a las Mujeres en Castilla en el Siglo XV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DANIELLE OLIVEIRA MÉRCURI

    2014-02-01

    Full Text Available Resumo: Tendo em vista que, a partir do século XV, é notável o aumento de escritos apresentando uma imagem virtuosa da mulher e de escritos em que o mote é regular e orientar a postura das nobres senhoras, indagamos o porquê de a mulher começar a ser representada de forma mais destacada e positiva nos escritos produzidos em Castela no final da Idade Média. No entanto, antes de tentarmos analisar os paralelos e distanciamentos entre esses textos que tiveram como mote defender e instruir as nobres castelhanas, devemos nos questionar sobre os motivos do interesse pela defesa das mulheres e do fomento dado aos textos que se destinavam a esse propósito, esboçado pela corte de Juan II. Em uma só palavra, devemos indagar sobre quais foram as condições de formulação dos discursos sobre e para as mulheres.Palavras- chave: Mulheres – Castela – Prescrições. Resumen: Teniendo en cuenta que, a partir del siglo XV, es notable el aumento de escritos presentando una imagen virtuosa de la mujer y de escritos en los cuales el fundamento es guiar la postura de las nobles señoras, para que ellas alcanzasen la ejemplaridad, indagamos el motivo por el que la mujer empezar a ser presentada de manera  más destacada y positiva en los escritos producidos en Castilla en fines de la Edad Media. Sin embargo, antes de intentarnos analizar los parangones entre eses textos que tuvieran  como objetivo defender y enseñar las nobles castellanas, debemos cuestionarnos sobre los motivos del interese por la defensa de las mujeres y el fomento ofrecido a los textos que se destinaban a ese propósito, esbozado  por la corte de Juan II. En una palabra, debemos indagar sobre cuales fueran las condiciones de formulación de los discursos sobre y hacia a las mujeres.   Palabras clave: Mujeres – Castilla – Recomendaciones.

  13. Sida e a mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Chaves

    2016-02-01

    Full Text Available Os padrões epidemiológicos da pandemia do VIH/SIDA estão a mudar, fazendo prever que, nos próximos anos, o ratio homem/mulher seja de 1:1. Isto é tanto mais verdade em localizações geográficas onde a transmissão do vírus por via heterossexual é a predominante, com particular relevância para os países em vias de desenvolvimento. De entre estes, África merece destaque, já que aí as cifras assustadoras relativas a esta doença traduzem, de facto, a precariedade da condição de mulheres e crianças.  As mulheres são, no presente, o grupo mais vulnerável à SIDA, não só pelas suas condições anatomofisiológicas, mas também pela sua situação social, económica e cultural. O seu papel na família, como cuidadora, parceira sexual e, eventualmente, mãe coloca-as face aos desafios de uma doença que, apesar de crónica, tem, ainda hoje, um desfecho fatal.  Simultaneamente vítima e portadora/mensageira da doença, a mulher é confrontada com os seus comportamentos passados ("vítima culpada" ou acaba por se ver presa numa teia de contaminações sucessivas. Com frequência, começa por ser contaminada pelo seu parceiro sexual (muitas vezes, como verdadeira "vítima inocente", já que desconhece condutas e passado do homem com quem vive, tornando-se, depois, ela própria, transmissora da doença aos filhos que, provavelmente, tanto quis proteger. Em 80% dos casos de SIDA pediátrica a génese pode ser encontrada na transmissão vertical.

  14. Violência sexual por parceiro íntimo entre homens e mulheres no Brasil urbano, 2005 Intimate partner sexual violence among men and women in urban Brazil, 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilia Blima Schraiber

    2008-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de violência sexual por parceiro íntimo entre homens e mulheres da população urbana brasileira e fatores a ela associados. MÉTODOS: Os dados analisados fazem parte de pesquisa realizada em 1998 e 2005 no Brasil, em população urbana. Os dados foram obtidos por meio de questionários aplicados a amostra representativa de 5.040 indivíduos, homens e mulheres de 16 a 65 anos. Análise descritiva foi realizada com dados ponderados, usando-se os testes F design-based, com significância de 5%. RESULTADOS: A prevalência global de violência sexual por parceiro íntimo foi de 8,6%, com predominância entre as mulheres (11,8% versus 5,1%. As mulheres apresentaram taxas sempre maiores de violência do que os homens, exceto no caso de parcerias homo/ bissexuais. Foi significativa a diferença da maior taxa verificada para homens homo/bissexuais em relação aos heterossexuais, mas não para mulheres. A população negra, independente do sexo, referiu mais violência que a branca. Quanto menor a renda e a escolaridade, maior a violência, mas homens de regiões mais pobres referiram mais violência, o que não ocorreu com mulheres. Situações diversas do trabalho, uso de condom, menor idade na primeira relação sexual e número de parceiros nos últimos cinco anos diferiram significativamente para mulheres, mas não para homens. Para homens e mulheres a violência sexual associou-se a ser separado(a ou divorciado(a, ter tido doença sexualmente transmissível, auto-avaliar-se com risco para HIV, mas não à sua testagem. CONCLUSÕES: Confirma-se a alta magnitude da violência sexual e a sobretaxa feminina. Reitera-se a violência como resultado de conflitos de gênero, os quais perpassam a estratificação social e a etnia. Quanto à epidemia de Aids, a violência sexual é um fator importante a ser considerado na feminilização da população atingida.OBJECTIVE: To estimate the prevalence of intimate partner

  15. Rotas de ingresso, trajetórias e acesso das mulheres ao legislativo: um estudo comparado entre Brasil e Argentina Women's entrance, trajectories and access to the legislative: a comparison between Brazil and Argentina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clara Araújo

    2010-08-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta alguns resultados da pesquisa Dez anos de cotas no Brasil - avaliando a eficácia do caminho curto para o acesso das mulheres ao legislativo. Um dos itens da pesquisa consistiu na análise da relação entre as trajetórias individuais de deputadas e deputados, isto é, a forma e as razões de ingresso na política, o papel dos partidos políticos como mediadores dessas trajetórias, como esses aspectos se transformam em capitais políticos eleitorais, e como essas trajetórias se relacionam com as chances oferecidas pela inclusão das cotas. A Argentina é tomada como um contraponto positivo ao caso brasileiro, dado o fato de sua experiência ser considerada paradigmática. Entre os resultados apresentados, destacam-se as diferenças entre os tipos de trajetórias e de capital político que são estratégicos, em se tratando das mulheres de cada um dos países. E as novas formas de capital eleitoral que surgem conferem outros sentidos de ingresso na política. Isso parece decorrer, entre outros aspectos, de um segundo momento de institucionalização democrática nesses países.This paper presents some results of the research Ten years of quotas in Brazil - evaluating the effectiveness of the short path to women's access to the legislative. One of the items of the research consisted in the analysis of the relationship between the trajectories of the individuals, the form and the reasons for participating in politics, the role of political parties as mediators of these paths, the way that these aspects are transformed into political capital, and how these trajectories relate to the chances offered by the inclusion of quotas as a specific law. Argentina is taken as a positive counterpoint to the Brazilian case, given the fact that their experience has been considered paradigmatic. Among the results presented, the differences between the types of trajectories and political capital that are strategic, concerning the women

  16. Saberes relacionados ao autocuidado entre mulheres da área rural do Sul do Brasil Conocimientos relacionados a el autocuidado de mujeres del área rural del Sur de Brasil Knowledges related to self-care in health among women of the rural area of Southern Brazil

    OpenAIRE

    Moara Ailane Thum; Teila Ceolin; Anelise Miritz Borges; Rita Maria Heck

    2011-01-01

    Este estudo teve por objetivo conhecer as ações de autocuidado de um grupo de mulheres rurais do município de Pelotas, Rio Grande do Sul. Tratou-se de uma pesquisa qualitativa, com 11 mulheres, residentes na área rural do município. A coleta de dados ocorreu entre maio e junho de 2010, através de entrevista semiestruturada. Foi realizada a análise de conteúdo por temas. As informantes mais antigas participam do grupo na comunidade há 12 anos, realizando trabalhos manuais e trocas de saberes s...

  17. Auraalne Contra / Hasso Krull

    Index Scriptorium Estoniae

    Krull, Hasso, 1964-

    2001-01-01

    Bibliogr. joonealustes märkustes. Rets. rmt. : Contra [Konnula, Margus]. Suusamütsi tutt : luulet aastatest 1974-2000. Urvaste ; Tartu : Mina Ise, 2001; Contra [Konnula, Margus]. Contra on õhk : [helikassett]. Urvaste :¡ Mina Ise, 2000

  18. Contração muscular do assoalho pélvico de mulheres com incontinência urinária de esforço submetidas a exercícios e eletroterapia: um estudo randomizado Floor muscles contraction in women with stress urinary incontinence underwent to exercisesand electric stimulation therapy: a randomized study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Beuttenmüller

    2011-09-01

    Full Text Available O estudo avaliou o efeito dos exercícios perineais (EP associados ou não à eletroterapia em mulheres com incontinência urinária de esforço (IUE quanto à contração dos músculos do assoalho pélvico (MAP. Estudo longitudinal, do tipo experimental. Amostra composta por 71 mulheres com diagnóstico clínico de IUE divididas em três grupos: eletroterapia associada a exercícios (GEE, n=24, exercícios exclusivamente (GE, n=25 e controle (GC, n=22. Nos grupos experimentais foram realizadas 12 sessões com duração de 20 minutos cada e frequência de 2 vezes por semana. Mensurou-se a contração dos MAP por meio da avaliação funcional do assoalho pélvico (AFA e perineômetro (PERI pré e pós-intervenção. Os resultados apontam melhora da contração dos MAP para os grupos GEE e GE em relação ao GC conforme as médias de AFA (fibras I e II e PERI (fibras I: AFA F I (∆%=11,99; pThe study sought to determine the effect of perineal exercises (EP associated with electric stimulation in women with effort-related urinary incontinence (SUI in relation to the pelvic floor muscles contraction (PMEs. The methodology utilized was longitudinal of the experimental type. The sample was made of 71 women diagnosed with SUI and divided into three groups: electrical stimulation associated with exercise alone (GEE, n=24, exercises exclusively (GE, n=25 and control (GC, n=22. In the experimental groups were held 12 sessions, lasting 20 minutes each, with a frequency of 2 times a week. The contraction of the PFMs was measured through the functional assessment of the pelvic floor (FPA and perineometer (PERI pre and post intervention. The results showed improvement in PFM contraction for both GEE and GE groups if compared to the GC the average of AFA (fibers I and II and PERI (fibers I: AFA FI (∆%=11.99; p<0.001 e AFA F II (∆%=11.60; p<0.001 for GEE; and for GE, AFA F I (∆%=4.75; p=0.021, AFA F II (∆%=2.93; p=0.002 and PERI FI (∆%=29.94; p=0

  19. Comparações de medidas de qualidade de vida entre mulheres e homens em hemodiálise Comparisons of quality of life measures between women and men on hemodialysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gildete Barreto Lopes

    2007-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar homens e mulheres, tratados cronicamente por hemodiálise, quanto a escores de qualidade de vida relacionada com saúde (QVRS e avaliar potenciais influências da idade e comorbidades. MÉTODOS: Corte transversal dos dados da linha de base de 254 mulheres e 349 homens participantes do estudo PROHEMO, sendo desenvolvido em unidades de diálise de Salvador. Utilizando a versão do Kidney Disease Quality of Life Short Form (KDQOL-SF, validada para a população brasileira, foram determinados os escores das escalas: sumário do componente físico [PCS], sumário do componente mental [MCS] e sintomas/problemas relacionados à doença renal. Os escores do PCS e MCS foram determinados utilizando as oito escalas genéricas do KDQOL-SF. Regressão linear múltipla foi usada para estimar diferenças de escores (DE entre homens e mulheres, ajustadas para idade, anos em hemodiálise, insuficiência cardíaca, doença cerebrovascular, diabetes, doença arterial periférica e níveis séricos de hemoglobina e albumina. RESULTADOS: Médias de idade de mulheres e homens foram, respectivamente, 48,1±14,1 e 49,4±14,0 anos. As mulheres apresentaram menores escores em todas as escalas genéricas de QVRS. Apresentaram também médias significantemente menores (POBJECTIVE: To compare men and women on chronic hemodialysis in relation to their scores in health-related quality of life (HRQOL and evaluate the potential influence of age and comorbidities on the comparison. METHODS: Cross-section of the baseline data of 254 women and 349 men, participants of the PROHEMO Study that has been developed in dialysis units of Salvador. By using the version of the Kidney Disease Quality of Life Short Form KDQOL-SF, validated for the Brazilian population, the following scores were determined: physical component summary (PCS, mental component summary [MCS] and the scale for symptoms/problems related to renal disease. The PCS and MCS scores were derived from the

  20. Incontinência urinária entre mulheres climatéricas brasileiras: inquérito domiciliar Urinary incontinence among climateric Brazilian women: household survey

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma Guarisi

    2001-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Por inquérito populacional domiciliar, investigar a prevalência de incontinência urinária de esforço e os fatores a ela associados em mulheres climatéricas. MÉTODOS: Realizou-se análise secundária de dados de um inquérito populacional domiciliar sobre o climatério e a menopausa em mulheres do município de Campinas, SP, Brasil. Foram selecionadas, por meio de estudo descritivo e exploratório de corte transversal, por processo de amostragem, 456 mulheres, na faixa etária de 45 a 60 anos de idade. Exploraram-se a queixa de incontinência urinária e os fatores de risco possivelmente relacionados -- idade, estrato socioeconômico, escolaridade, cor, paridade, tabagismo, índice de massa corpórea, cirurgias ginecológicas anteriores, estado menopausal e uso de terapia de reposição hormonal. Os dados foram coletados por entrevistas domiciliares, com questionários estruturados e pré-testados, adaptados pelos autores e fornecidos pela Fundação Internacional de Saúde, pela Sociedade Internacional de Menopausa e pela Sociedade Norte-Americana de Menopausa. A análise dos dados foi realizada por razão de prevalência (IC 95%. RESULTADOS: Das mulheres entrevistadas, 35% referiram perda urinária aos esforços. Nenhum dos fatores sociodemográficos estudados se mostrou associado ao risco de incontinência urinária. Também a paridade não alterou significativamente esse risco. Outros fatores como cirurgias ginecológicas anteriores, índice de massa corpórea e tabagismo não se mostraram associados à prevalência de incontinência urinária. O estado menopausal e o uso de terapia de reposição hormonal não modificaram o risco de incontinência urinária de esforço. CONCLUSÃO: Apesar de a prevalência de incontinência urinária em mulheres climatéricas ter sido alta, não se mostrou associada aos fatores socioeconômicos e reprodutivos abordados.OBJECTIVE: To investigate the prevalence of stress urinary incontinence

  1. Relação entre data de admissão hospitalar e período do ciclo menstrual de mulheres com diagnóstico de esquizofrenia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bassit Débora P

    2000-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Existem diferenças no curso da esquizofrenia entre homens e mulheres, sendo que nessas o início é mais tardio e o prognóstico melhor. Uma possível explicação para esse achado é a presença de estradiol, que pode agir como fator protetor. Essa possibilidade é reforçada por alguns fatores, como piora dos sintomas no período puerperal e perimenstrual, quando os níveis de estradiol estão mais baixos. MÉTODOS: Foram entrevistadas 39 pacientes com esquizofrenia admitidas consecutivamente para internação por exacerbação do quadro psicótico. As pacientes apresentavam ciclo menstrual regular e tinham idade média de 34,2 anos. Os sintomas esquizofrênicos foram medidos com a escala BPRS. O dia do ciclo em que elas se encontravam foi determinado na entrevista de admissão ou durante o período de internação, com a verificação de ocorrência de sangramento menstrual. As pacientes foram divididas em três grupos, de acordo com o período do ciclo menstrual no qual se encontravam no dia da internação. Foi feita comparação da distribuição observada com a distribuição esperada se não houvesse diferença no número de mulheres entre os três grupos. RESULTADOS: Foi observado que a maioria das pacientes estava no início ou no fim do ciclo menstrual quando foram internadas (qui-quadrado=6,02, p= 0,049. CONCLUSÕES: Existe uma relação entre internação em hospital psiquiátrico e período do ciclo menstrual no qual pacientes esquizofrênicas se encontram.

  2. Avaliação da relação entre síndrome pré-menstrual e dismenorreia primária em mulheres com fibromialgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rabia Terzi

    2015-08-01

    Full Text Available RESUMOObjetivoInvestigar a presença de síndrome pré-menstrual (SPM, dismenorreia primária (DP e depressão em mulheres com fibromialgia (FM e mulheres saudáveis e determinar possíveis fatores relacionados com a SPM e a DP na FM.MétodoEste estudo foi feito com 98 pacientes do sexo feminino com diagnóstico de FM e 102 controles saudáveis pareados por idade e sexo. Todas as pacientes foram avaliadas à procura de síndrome pré-menstrual (SPM e dismenorreia primária (DP. A síndrome pré-menstrual foi determinada pela presença de um ou mais sintomas afetivos ou somáticos nos cinco dias anteriores à menstruação. O diagnóstico de dismenorreia primária foi definido como a presença de dor abdominal ou lombar com duração mínima de dois dias durante o período menstrual. A dismenorreia foi avaliada pela escala visual analógica. A dismenorreia foi classificada pelo Sistema de Pontuação Multidimensional. A Escala de Depressão de Hamilton foi aplicada a todas as pacientes.ResultadosA dismenorreia primária foi encontrada em 41% das pacientes com FM e 28% do grupo controle. Encontrou-se diferença estatisticamente significativa na DP entre os dois grupos (p = 0,03. A SPM foi detectada em 42% das pacientes com FM e 25% do grupo controle. Houve diferença estatisticamente significativa na SPM entre os dois grupos (p = 0,03.ConclusãoHá um aumento na frequência de síndrome pré-menstrual e dismenorreia em pacientes com FM. Aquelas com escore de gravidade dos sintomas elevado e altas pontuações de depressão entre as pacientes com FM estão em risco de SPM e DP.

  3. Adequação do conhecimento sobre métodos anticoncepcionais entre mulheres de Campinas, São Paulo Knowledge adequacy on contraceptives among women in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ximena Espejo

    2003-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Realizou-se uma análise de dados secundários para avaliar a adequação do conhecimento sobre métodos anticoncepcionais e sua associação com características socioeconômicas e demográficas. MÉTODO: Foi estudada uma amostra de 472 mulheres da Cidade de Campinas, Estado de São Paulo. Aplicou-se o teste qui-quadrado para avaliar diferenças entre as variáveis, e realizou-se análise múltipla por regressão logística para identificar as variáveis independentes associadas à adequação do conhecimento (medida através de um escore. RESULTADOS: Pouco menos da metade das mulheres alcançou um escore de conhecimento dos métodos anticoncepcionais maior que seis, classificado como adequado. A maior escolaridade e a melhor classificação de estrato socioeconômico associaram-se a um maior escore de conhecimento. CONCLUSÃO: Os resultados apontam a necessidade de maiores investimentos na educação das mulheres de modo geral e, especificamente, quanto à contracepção. Ao mesmo tempo, é necessário que os profissionais que trabalham nos serviços públicos de saúde estejam capacitados para proverem acesso aos métodos e à informação adequada sobre eles.OBJECTIVE: An analysis of secondary data was carried out to evaluate the knowledge adequacy on contraceptives and its association with socioeconomic and demographic characteristics. METHODS: The sample consisted of 472 women from the city of Campinas, state of São Paulo, Brazil. Chi-square test was used to evaluate differences among variables and logistic regression was performed to identify independent variables associated with knowledge adequacy (evaluated through a score. RESULTS: Of the total, 47.6% women reached a score higher than six, which was classified as an adequate knowledge on contraceptives. Higher schooling and better socioeconomic status were associated to higher scores of knowledge. CONCLUSIONS: The results show that it is necessary to improve women

  4. Implementação da atenção em saúde às violências sexuais contra as mulheres em duas capitais brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludmila Fontenele Cavalcanti

    Full Text Available Este artigo analisa a implementação da atenção em saúde às mulheres em situação de violência sexual em duas capitais brasileiras (Rio de Janeiro/Fortaleza. O estudo qualitativo analisou documentos sobre o tema e entrevistas semiestruturadas com 37 gestores dos sistemas de saúde municipais. A questão vem sendo abordada de forma diferenciada pelos municípios, o que decorre das distintas trajetórias de consolidação dos serviços, das aproximações com o movimento feminista e dos contextos culturais específicos. Notou-se que a implementação das ações nesse âmbito ainda apresenta fragilidades, exigindo esforços de articulação política e técnica para a estruturação e a manutenção dos serviços.

  5. A notificação compulsória do abuso sexual contra crianças e adolescentes: uma comparação entre os dispositivos americanos e brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeanne de Souza Lima

    Full Text Available A notificação compulsória dos casos de violência é um instrumento capaz de mobilizar a rede de proteção às crianças e adolescentes e de compor o sistema de informação, visando ao planejamento de políticas públicas para seu enfrentamento. O trabalho tem como objetivos: (a caracterizar o contexto histórico de enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes, e o seu processo de notificação, no Brasil e nos Estados Unidos (EUA; (b estabelecer parâmetros de comparação entre a realidade brasileira e americana. Para tanto, realizou-se uma pesquisa documental de leis, portarias e normativas sobre a notificação compulsória do abuso sexual contra crianças e adolescentes, complementadas pela literatura nacional e internacional acerca da questão. Pode-se observar que, enquanto nos EUA o processo de notificação é detalhado e distribuído por seus estados, no Brasil os estudos ainda requerem maior aprofundamento sobre a temática, sobretudo no que diz respeito às iniciativas regionais.

  6. É possível uma pedagogia das competências contra-hegemônica?: relações entre pedagogia das competências, construtivismo e neopragmatismo

    OpenAIRE

    Ramos, Marise Nogueira

    2003-01-01

    Resgatando a discussão sobre a origem das competências na pedagogia e sua possível ressignificação ao subordiná-la ao conceito de qualificação como relação social, questiona-se, aqui, a possibilidade de essa noção orientar a construção de uma pedagogia contra-hegemônica. Tal questionamento é realizado analisando-se possíveis relações entre a pedagogia das competências, o (neo) pragmatismo e o chamado construtivismo radical, que podem estar fundando uma epistemologia pós-moderna, coerente com ...

  7. O transtorno bipolar na mulher Bipolar disorder in women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandro de Borja Gonçalves Guerra

    2005-01-01

    Full Text Available Diferenças sexuais, descritas em vários transtornos psiquiátricos, também parecem estar presentes no transtorno afetivo bipolar (TAB. A prevalência do TAB tipo I se distribui igualmente entre mulheres e homens. Mulheres parecem estar sujeitas a um risco maior de ciclagem rápida e mania mista, condições que fariam do TAB um transtorno com curso mais prejudicial no sexo feminino. Uma diátese depressiva mais marcante, uso excessivo de antidepressivos e diferenças hormonais surgem como hipóteses para explicar essas diferenças fenomenológicas, apesar das quais, mulheres e homens parecem responder igualmente ao tratamento medicamentoso. A indicação de anticonvulsivantes como primeira escolha em mulheres é controversa, a não ser para o tratamento da mania mista e, talvez, da ciclagem rápida. O tratamento do TAB na gravidez deve levar em conta tanto os riscos de exposição aos medicamentos quanto à doença materna. A profilaxia do TAB no puerpério está fortemente indicada em decorrência do grande risco de recorrência da doença nesse período. Embora, de modo geral, as medicações psicotrópicas estejam contra-indicadas durante a amamentação, entre os estabilizadores do humor, a carbamazepina e o valproato são mais seguros do que o lítio. Mais estudos são necessários para a confirmação das diferenças de curso do TAB entre mulheres e homens e a investigação de possíveis diferenças na efetividade dos tratamentos.Gender differences, described in several psychiatric disorders, seem to be also present in bipolar disorder (BD. The prevalence of bipolar I disorder is equally distributed between women and men. Women seem to be at higher risk for rapid cycling and mixed mania, conditions that could make BD a disorder with a more severe course in the female sex. A marked depressive diathesis among women, greatest use of antidepressants and hormonal differences have been mentioned as hypotheses to explain these

  8. COMPARAÇÃO DA CICATRIZAÇÃO PÓS-MASTECTOMIA ENTRE MULHERES PORTADORAS E NÃO-PORTADORAS DE DIABETES MELLITUS

    OpenAIRE

    Marislei Sanches Panobianco; Bárbara Alexandre Lespinassi Sampaio; Edilaine Assunção Caetano; Aline Inocenti; Thais de Oliveira Gozzo

    2010-01-01

    Estudio de corte transversal, cuantitativo, cuyo objetivo fue comparar la eficiencia del proceso de cicatrización post- quirúrgica, entre mujeres con mastectomías, diabéticas y no diabéticas. Llevado a cabo entre marzo y junio de 2009 en un centro de rehabilitación de mujeres sometidas a una mastectomía en una ciudad de São Paulo. Respondieron a un cuestionario con 13 preguntas (cuestiones personales, socio-demográficas y relacionadas con la cirugía), 22 mujeres (11 diabéticas y 11 no diabéti...

  9. Imunofenótipo e evolução de câncer de mama: comparação entre mulheres muito jovens e mulheres na pós-menopausa Immunophenotype and evolution of breast carcinomas: a comparison between very young and postmenopausal women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara Costa Dutra

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar características clínicas, patológicas e moleculares de carcinomas mamários em mulheres muito jovens em comparação a tumores de mulheres na pós-menopausa. MÉTODOS: foram selecionados 106 casos de câncer de mama de mulheres jovens e 130 casos de mulheres pós-menopausa. Foram analisados dados clínicos (idade ao diagnóstico, estadiamento, ocorrência de metástases, tempo de sobrevida global e livre de doença, anátomo-patológicos (tamanho do tumor, tipo e grau histológico do tumor primário e marcadores moleculares (receptores de estrógeno e progesterona, HER2, p53, p63, citoqueratinas 5 e 14 e EGFR com uso da imunoistoquímica empregando microarranjo de tecido. Foi analisada a relação entre as características clínico-patológicas, imunoistoquímicas e de sobrevidas global e livre de doença. RESULTADOS: as pacientes muito jovens apresentaram maior frequência de nuliparidade (p=0,03, maior diâmetro dos tumores (pPURPOSE: the objective of this study was to evaluate the clinical, pathological and molecular characteristics in very young women and postmenopausal women with breast cancer. METHODS: we selected 106 cases of breast cancer of very young women (<35 years and 130 cases of postmenopausal women. We evaluated clinical characteristics of patients (age at diagnosis, ethnic group, family history of breast cancer, staging, presence of distant metastases, overall and disease-free survival, pathological characteristics of tumors (tumor size, histological type and grade, axillary lymph nodes status and expression of molecular markers (hormone receptors, HER2, p53, p63, cytokeratins 5 and 14, and EGFR, using immunohistochemistry and tissue microarray. RESULTS: when comparing clinicopathologic variables between the age groups, younger women demonstrated greater frequency of nulliparity (p=0.03, larger tumors (p<0.000, higher stage disease (p=0.01, lymph node positivity (p=0.001, and higher grade tumors (p=0

  10. Violência sexual e associação com a percepção individual de saúde entre mulheres gestantes Violencia sexual y asociación con la percepción individual de salud entre mujeres gestantes Sexual violence and its association with health self-perception among pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nicole Moraes Rêgo De Aquino

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de histórico de violência sexual entre mulheres gestantes e sua associação com a percepção de saúde. MÉTODOS: Estudo transversal, com 179 mulheres maiores de 14 anos e grávidas de 14 a 28 semanas, entrevistadas em serviços públicos de saúde em São Paulo, SP, entre os anos de 2006 e 2007. Os instrumentos utilizados foram: inventário de violência sexual, inventário de dados sociodemográficos e questionário de qualidade de vida relacionada à saúde: "Medical Outcomes 12-Item Short-Form Health Survey" (SF-12®. Mulheres com e sem história de violência sexual foram comparadas quanto à idade, escolaridade, ocupação, estado civil, cor da pele e autopercepção de saúde física e mental. A violência sexual foi caracterizada em penetrativa ou não penetrativa. RESULTADOS: Houve prevalência de 39,1% de violência sexual entre as entrevistadas, sendo 20% do tipo penetrativo, cometida sobretudo por agressores conhecidos. Em 57% das mulheres a primeira agressão ocorreu antes dos 14 anos. Não houve diferenças sociodemográficas entre mulheres que sofreram e as que não sofreram violência sexual. Escores médios de percepção de saúde física entre as entrevistadas com antecedente de violência sexual foram menores (42,2; DP=8,3 do que das mulheres sem este antecedente (51,0; DP=7,5 (pOBJETIVO: Estimar la prevalencia de histórico de violencia sexual entre mujeres gestantes y su asociación con la percepción de salud. MÉTODOS: Estudio transversal, con 179 mujeres mayores de 14 años y embarazadas de 14 a 28 semanas, entrevistadas en servicios públicos de salud en Sao Paulo, Sureste de Brasil, entre los años de 2006 y 2007. Los instrumentos utilizados fueron: inventario de violencia sexual, inventario de datos sociodemográficos y cuestionario de calidad de vida relacionada con la salud: "Medical Outcomes 12-Item Short-Form Health Survey" (SF-12 ®. Mujeres con y sin historia de violencia

  11. Healthy lifestyles and access to periodic health exams among Brazilian women Estilos de vida saudáveis e acesso aos exames periódicos de saúde entre as mulheres brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Carmo Leal

    2005-01-01

    Full Text Available Using data from the World Health Survey carried out in Brazil in 2003, this paper has the objective of describing the sociodemographic profile of Brazilian women (age 18-69 years of age that have adequate health care, not only with respect to health service utilization but also to healthy lifestyles. Sociodemographic variables (age, marital status, race, education level, number of household assets, and occupation, health care variables (periodic gynecologic exam with Papanicolaou, mammography among women aged 40-69 years, body mass index, smoking, alcohol, physical activity, dental care, private health insurance, and self-rated health were analyzed by municipality size strata. Logistic regression models were used to identify the characteristics of women that have adequate health care. Coverage of periodic gynecologic exam with Papanicolaou was 65.0% and mammography coverage was 47.0%. Less than 20.0% of Brazilian women have adequate care, and the most associated factors were: being younger than 40 years old, having higher educational level, having private health insurance and being married. The results indicate the need to develop health promotion policies focused on modifying the risk habits and risk practices to health, and to stimulate preventive periodic health exams.Utilizando os dados da Pesquisa Mundial de Saúde (PMS, realizada no Brasil em 2003, objetiva-se descrever o perfil sócio-demográfico das mulheres brasileiras entre 18 e 69 anos que têm cuidados adequados com a sua saúde, não só quanto à utilização de serviços, mas também aos comportamentos saudáveis. As variáveis sócio-demográficas (idade, situação conjugal, grau de instrução, bens no domicílio e cor da pele, de cuidados com a saúde (exame ginecológico com Papanicolau, mamografia em mulheres de 40 a 69 anos, índice de massa corpórea, fumo, álcool, atividade física, saúde oral, plano privado e auto-avaliação da saúde foram analisadas segundo estrato

  12. Fantomas contra los vampiros multinacionales: o diálogo entre arte e política na narrativa de Julio Cortázar

    OpenAIRE

    Suzane Pacheco Martins Pereira

    2012-01-01

    O presente trabalho tem como propósito verificar como Julio Cortázar articula arte e política na obra Fantomas contra los vampiros multinacionales (1975). Considerando a época em que a obra foi escrita, uma época marcada pela ditadura nos países da América do Sul, percebe-se que o intelectual não deve ser aquele preocupado somente com a arte em si, mas sim uma figura pensante capaz de disseminar ideais de luta, de crítica ao sistema através de sua obra,. O aporte teórico está baseado nos est...

  13. COMPARAÇÃO DA CICATRIZAÇÃO PÓS-MASTECTOMIA ENTRE MULHERES PORTADORAS E NÃO-PORTADORAS DE DIABETES MELLITUS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marislei Sanches Panobianco

    2010-01-01

    Full Text Available Estudio de corte transversal, cuantitativo, cuyo objetivo fue comparar la eficiencia del proceso de cicatrización post- quirúrgica, entre mujeres con mastectomías, diabéticas y no diabéticas. Llevado a cabo entre marzo y junio de 2009 en un centro de rehabilitación de mujeres sometidas a una mastectomía en una ciudad de São Paulo. Respondieron a un cuestionario con 13 preguntas (cuestiones personales, socio-demográficas y relacionadas con la cirugía, 22 mujeres (11 diabéticas y 11 no diabéticas. Los datos fueron analizados a través de estadística descriptiva. Se observó que la ocurrencia de dehiscencia de la herida operatoria fue la misma (72,8% para los dos grupos, pero la presencia de exudado, de olor y señales de inflamación fue mayor entre las mujeres diabéticas. Los mayores problemas en la cicatrización ocurrieron entre las diabéticas. Los resultados podrán ayudar al paciente y al equipo de profesionales de la salud en la mejora de las estrategias de control de la diabetes y mejora de la cicatrización post-quirúrgica.

  14. Brasil Mulher e Nós Mulheres: origens da imprensa feminista brasileira Brasil Mulher e Nós Mulheres: origins of the feminist press in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosalina de Santa Cruz Leite

    2003-06-01

    Full Text Available Este artigo apresenta algumas reflexões sobre a imprensa feminista alternativa que surgiu no Estado de São Paulo, Brasil, na segunda metade dos anos 1970. Essa imprensa se tornou um espaço de expressão de uma linha política intimamente vinculada ao despertar das mulheres para as idéias feministas do período posterior à luta armada contra a ditadura no Brasil. Os jornais Brasil Mulher e Nós Mulheres retrataram, em seus artigos e editoriais, a luta pela anistia, pelas creches e pelas liberdades democráticas - todos símbolos da oposição contra o regime no período da ditadura militar. Além disso, eles incluíam matérias específicas, tais como violência doméstica, condições de trabalho das mulheres, direitos reprodutivos, aborto e sexualidade. Do ponto de vista do movimento popular e das organizações de mulheres, essa imprensa constitui, sem sombra de dúvida, uma fonte importante e ainda inexplorada para compreender o período considerado.This article presents some reflections about the feminist alternative press that appeared in the state of São Paulo, Brazil, in the second half of the 70's. The press was a space for expression of a special breed of politics that was closely linked to the awakening of women to feminist ideas in the period after the armed struggle against the Brazilian dictatorship. The journals Brasil Mulher and Nós Mulheres portray, in their articles and editorials, the fight for amnesty, for day nurseries, for democratic freedoms - all symbols of opposition against the regime in the era of military dictatorship. In addition they report on specific matters, such as, domestic violence, women's working-conditions, reproductive rights, abortion and sexuality. From the point of view of the popular movement and the women's organizations, the alternative press of women is without any doubt an important source, and still under-explored, for understanding the period considered.

  15. Caracterização da qualidade de vida segundo o estado menopausal entre mulheres da Região Sul do Brasil Characterization of the quality of life by menopausal status among women in the South region of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dino Roberto Soares De Lorenzi

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: caracterizar a qualidade de vida de mulheres climatéricas residentes na Região Sul segundo o estado menopausal delas. MÉTODOS: foram entrevistadas 236 mulheres com idades entre 40 e 65 anos, durante feira de saúde realizada em cidade do Sul do Brasil, em março de 2005. Na avaliação da qualidade de vida, utilizou-se a versão brasileira do instrumento Menopause Rating Scale. RESULTADOS: das entrevistadas, 133 eram pré-menopáusicas e 103 pós-menopáusicas. As primeiras referiram sintomas climatéricos moderados e severos em 37,6% e 24,0%, respectivamente, enquanto as mulheres pós-menopáusicas, relataram sintomas moderados e severos em 36,9% e 39,4% dos casos, respectivamente. Os escores globais de qualidade de vida não mostraram diferenças entre os grupos estudados (p=0,12, ainda que o grupo pré-menopáusico tenha referido mais sintomas psicológicos (p=0,05 e o pós-menopáusico mais sintomas somato-vegetativos (pOBJECTIVES: to characterize the quality of life of climacteric women residing in the South region by menopausal status. METHODS: two hundred and thirty-six women aged between 40 and 65 were interviewed during a health fair held in March 2005 in a city in the South of Brazil. Their quality of life was assessed using the Brazilian version of the Menopause Rating Scale. RESULTS: of those interviewed, 133 were pre-menopausal and 103 post-menopausal. Moderate and severe climacteric symptoms were reported by 37.6% and 24.0% of the former, respectively, while 36.9% and 39.4% of the post-menopausal women reported moderate and severe symptoms, respectively. There were no differences between the two groups studied in terms of overall scores on the quality of life scale (p=0.12, although the pre-menopausal group reported more psychological symptoms (p=0.05 and the post-menopausal group more somatic-vegetative (p<0.01 and urinogenital (p=0.01 symptoms. CONCLUSIONS: quality of life was not influenced by menopausal status

  16. Um encontro de mulheres: dar à luz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maysa Luduvice Gomes

    1998-09-01

    Full Text Available Este trabalho analisa a relação que se estabelece entre a mulher durante o processo de parturição e a enfermeira obstetra, mulher e agente institucional. Discute-se como a experência de submissão é vivenciada pela mulher, sujeito de um processo anátomo-fisiológico, e a forma pela qual se expressa o exercício do poder e dominação da instituição que a enfermeira representa sobre a mulher usuária. Expõe-se a submissão da mulher ao serviço e sua expectativa com relação ao momento do parto, ao medo da dor e aos maus tratos. Analisa-se o poder sutil e educado exercido pela enfermeira sobre a parturiente, mostrando também que é uma mulher que cuida de outra, expressando sua subjetividade, a qual é sufocada pelo padrão da racionalidade científica moderna. A abordagem foi qualitativa e os dados, coletados através da observação participante em entrevista semi-estruturada, foram analisados dialeticamente.

  17. O desencontro entre desejo e realidade: a "indústria" da cesariana entre mulheres de camadas médias no Rio de Janeiro, Brasil Disagreement between desire and reality: cesarean "industry" among middle class women in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Junia Espinha Cardoso

    2012-01-01

    Full Text Available O artigo apresenta resultados de uma pesquisa qualitativa que buscou apreender e compreender, através da percepção e experiência de mulheres de camadas médias, o desencontro entre o desejo pelo parto vaginal e o desfecho em cesariana. Quinze usuárias de planos privados de saúde foram entrevistadas sobre suas experiências e percepções relativas ao pré-natal e parto. Os resultados evidenciaram uma (sutil ou explícita interferência do obstetra sobre a escolha das mulheres, influenciando o desfecho em cesariana e sugerindo que, para muitas mulheres, não está sendo possível escapar das "armadilhas" de um modelo biomédico mercantilizado, interventor e iatrogênico, institucionalizado e legitimado pela sociedade. A pesquisa pretende contribuir para ações que estimulem o exercício da cidadania feminina nos processos decisórios que envolvem as questões da saúde reprodutiva, preservando e garantindo a experiência do parto como um direito inalienável das mulheres, seus companheiros e familiares.This paper presents results of a qualitative research that aimed to apprehend and understand, among middle class women´s perception and experience, the disagreement / distance / gap between primary vaginal labor option and a cesarean outcome. Fifteen women who had a private health insurance plan were interviewed about their experiences and perceptions related to their prenatal care and parturition process. Results showed a pervasive or explicit intervention of the obstetrician on women's choice, influencing on the cesarean outcome and suggesting that, for many women, it is still difficult to escape from the "trap" of the mercantilist, intervening and "iatrogenic" biomedical model, which is still firmly institutionalized and legitimated in our society. These results intend to collaborate with actions aimed to promote women's citizenship related to the right to make decisions on their reproductive choices, preserving and undertaking the

  18. Implementation of respondent-driven sampling among female sex workers in Brazil, 2009 Implementação do método de amostragem respondent-driven sampling entre mulheres profissionais do sexo no Brasil, 2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giseli Nogueira Damacena

    2011-01-01

    Full Text Available Female sex workers are known in Brazil and elsewhere in the world as one of the most-at-risk populations for risk of HIV infection, due to their social vulnerability and factors related to their work. However, the use of conventional sampling strategies in studies on most-at-risk subgroups for HIV is generally problematic, since such subgroups are small in size and are associated with stigmatized behaviors and/or illegal activities. In 1997, a probabilistic sampling technique was proposed for hard-to-reach populations, called Respondent-Driven Sampling (RDS. The method is considered a variant of chain sampling and allows the statistical estimation of target variables. This article describes some assumptions of RDS and all the implementation stages in a study of 2,523 female sex workers in 10 Brazilian cities. RDS proved appropriate for recruiting sex workers, allowing the selection of a probabilistic sample and the collection of previously missing information on this group in Brazil.O grupo das mulheres profissionais do sexo é reconhecido, nacional e internacionalmente, como uma população de maior risco à infecção pelo HIV pela sua vulnerabilidade social e por fatores relacionados à atividade profissional. Porém, a utilização de estratégias convencionais de amostragem em estudos nos subgrupos de maior risco de contraírem HIV é, em geral, problemática, já que estes têm pequena magnitude em termos populacionais e estão vinculados a comportamentos estigmatizados ou atividades ilegais. Em 1997, foi proposta uma técnica de amostragem probabilística para populações de difícil acesso, o Respondent-Driven Sampling (RDS. O método é considerado como uma variante da amostragem em cadeia e possibilita a estimação estatística dos parâmetros de interesse. Este artigo descreve alguns pressupostos do RDS e todas as etapas de implementação em um estudo com 2.523 profissionais do sexo em dez municípios brasileiros. A utilização do

  19. Bem-estar psicológico e inteligência emocional entre homens e mulheres na meia-idade e na velhice Emotional intelligence and psychological well-being among middle-aged and old men and women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelma Caires Queroz

    2005-08-01

    Full Text Available Investigamos relações entre bem-estar psicológico e inteligência emocional, em amostra de conveniência com 120 indivíduos, homens e mulheres, 60 de 45 a 55 e 60 de 60 a 69 anos. Instrumentos: duas escalas multidimensionais, Escala de Desenvolvimento Pessoal e Medida de Inteligência Emocional. Resultados: em automotivação e autoconsciência (MIE os 2 grupos de idade masculinos pontuaram mais alto do que os femininos. Ocorreram correlações significantes entre automotivação (MIE e auto-aceitação, propósito, crescimento pessoal, domínio e geratividade - manter e oferecer (EDEP. Análise fatorial da EDEP resultou em 5 fatores que separaram as competências relacionadas ao autodesenvolvimento e às relações interpessoais. Bem-estar psicológico e inteligência emocional não se comportaram como construtos independentes e nem foram consistentemente afetados por gênero e idade.There was carryed out a descriptive study aimed at investigate relations between psychological well-being and emotional intelligence. There was a convenience sample with 60 middle aged (45-55 and 60 old (60-69 males and females. Measures: Self-development Scale and Scale of Emotional Intelligence. Results: Male subjects scored higher than female on self motivation and self conscientiouness (MIE. There occurred significant relations between self motivation and self acceptation (MIE, and between self motivation and purpose, personal growing, mastery and generativity (maintenance and offering (EDEP. Factorial analysis performed on EDEP resulted in five factors. Self development dimentions splited from others related to interpersonal relationships. Psychological well-being and emotional intelligence did not behave as independent constructs neither were consistently affected by gender and age.

  20. Enfrentamento da AIDS entre mulheres infectadas em Fortaleza - CE Enfrentamento del SIDA entre mujeres infectadas en Fortaleza-CE How infected women in Fortaleza-CE cope with AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Maria de Lima Carvalho

    2008-03-01

    Full Text Available Este estudo objetivou apreender como as mulheres com aids enfrentam o cotidiano após o conhecimento do seu diagnóstico. Trata-se de estudo exploratório, descritivo, com abordagem qualitativa, utilizando a História Oral Temática para coleta e análise de dados. Foram entrevistadas dez mulheres com aids em um Hospital de referência em Fortaleza-CE, de dezembro de 2004 a março de 2005. Para coleta de dados utilizou-se roteiro semi-estruturado, cujos dados foram categorizados. Os resultados revelam diferentes formas de enfrentamentos relacionados à fragilidade da descoberta do diagnóstico, à necessidade de ocultar a infecção decorrente da discriminação e preconceito que vivenciam, e à constante percepção da morte; além de emitirem sentimentos, como vergonha, preocupação com a família, abandono, solidão, tristeza, medo da morte, ansiedade. Concluiu-se que, apesar de mais de duas décadas de epidemia, fica evidente as dificuldades enfrentadas pelas mulheres ao vivenciarem sua infecção.Este estudio tuvo como objetivo aprender cómo las mujeres con sida enfrentan el cotidiano después de conocer su diagnóstico. Se trata de un estudio exploratorio, descriptivo, con abordaje cualitativo, utilizando la Historia Oral Temática para la recolección y el análisis de los datos. Fueron entrevistadas diez mujeres con sida en un Hospital de referencia en Fortaleza-CE, de diciembre del 2004 a marzo del 2005. Para la recolección de los datos se utilizó una guía semi-estructurada, cuyos datos fueron categorizados. Los resultados revelan diferentes formas de enfrentamiento relacionados a la fragilidad del descubrimiento del diagnóstico, a la necesidad de ocultar la infección consecuente de la discriminación y prejuicios que vivencian, y a la constante percepción de la muerte; además de reflejar sentimientos, como vergüenza, preocupación con la familia, abandono, soledad, tristeza, miedo a la muerte, ansiedad. Se concluyó que, pese

  1. Percepção da vulnerabilidade entre mulheres com diagnóstico avançado do câncer do colo do útero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Vieira Pimentel

    2011-01-01

    Full Text Available Este estudio descriptivo y cualitativo tuvo como objetivo comprender la percepción de la vulnerabilidad a la enfermedad, entre las mujeres diagnosticadas con cáncer cervical avanzado, tomando como referencia la vulnerabilidad. Participaron doce mujeres que recibían atención ambulatoria hospitalaria para el tratamiento del cáncer cervico uterino avanzado. La recolección de los datos se hizo a través de entrevistas y se analizaron mediante el análisis de contenido. Los resultados destacan dos temas: Percepción de su vulnerabilidad al descubrir la enfermedad, y percepción de su vulnerabilidad al realizar el tratamiento. Factores relacionados con el cliente, los servicios, los profesionales, entre otros, han hecho que las mujeres sean susceptibles a los problemas de salud y daños relacionados con el cáncer cervico uterino, lo que agrava su vulnerabilidad a las enfermedades. Es necesario superar las deficiencias en el modelo de tratamiento para el cuidado y la integridad personal, el grado de compromiso y calidad de las instituciones, recursos, programas de gestión y control para prevenir y detectar el cáncer del cuello uterino, en los diferentes niveles de atención.

  2. Relação entre qualidade de vida e fratura vertebral em mulheres idosas residentes no Sul do Brasil Relationship between quality of life and vertebral fractur in older women living in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Pereira de Oliveira

    2011-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a relação entre qualidade de vida e fratura vertebral em mulheres com mais de 60 anos em uma cidade do Sul do Brasil. MÉTODOS: Realizado estudo caso-controle com aplicação do questionário WHOQOL-bref em 100 mulheres residentes na cidade Chapecó (SC, com idade superior a 60 anos, na pós-menopausa de raça branca ou caucasoide, sem prejuízo cognitivo importante ou história pessoal doenças que sabidamente afetem o metabolismo ósseo ou neoplasias malignas. A população foi dividida em dois grupos dependendo da existência ou não de fraturas vertebrais na radiografia de coluna. Foram analisadas variáveis relacionadas à historia médica atual e pregressa, hábitos de vida e história familiar de fraturas, e os domínios e facetas que compõe o WHOQOL-bref. RESULTADOS: Observou-se que as mulheres com fratura tinham maior média de idade do que as sem fraturas (p0,05. Na avaliação dos domínios que compõem o WHOQOL-bref, a maior média deste grupo foi no psicológico (..=63,6±13,0, e a menor no meio ambiente (..=58,8±9,3. No grupo sem fratura, a maior média também ocorreu no domínio psicológico (..=67,2±9,3, já a menor ocorreu no das relações sociais (..=57,5±7,7. A análise estatística não mostrou correlação significativa entre as médias das facetas que compõem os domínios entre os grupos com e sem fraturas. CONCLUSÃO: Este estudo sugere não haver prejuízo na qualidade de vida de idosas com fratura vertebral, mas sua relação com o tempo de ocorrência e gravidade das fraturas deve ser melhor avaliada. Ambos grupos tiveram escores mais elevados no domínio psicológico, mostrando que as entrevistadas se apóiam em crenças pessoais, espiritualidade e religião, aceitam sua aparência física mantendo a autoestima e a capacidade de pensar, aprender e concentrar-se, independentemente da existência do agravo. Não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos, e nem entre os

  3. Alimentação saudável, escolaridade e excesso de peso entre mulheres de baixa renda Healthy eating, schooling and being overweight among low-income women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Machado Lins

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os fatores associados à prevalência do excesso de peso e obesidade em uma população de mulheres adultas de baixa renda, moradoras de uma região metropolitana; e sua associação com variáveis socioeconômicas, demográficas, reprodutivas e comportamentais, destacando a alimentação saudável. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal de base populacional com uma amostra probabilística de 758 mulheres de 20 anos ou mais moradoras de Campos Elíseos - Duque de Caxias. Utilizou-se análise bivariada e regressão multivariada hierarquizada para identificar fatores associados ao excesso de peso e obesidade. RESULTADOS: Encontrou-se uma prevalência de obesidade de 23% e prevalências de 56,0%, quando somados o excesso de peso e a obesidade. Encontrou-se associação inversa entre anos de estudo, excesso de peso e obesidade. A maioria das mulheres referiu alimentação saudável (73,6%, que aumentou positivamente com a renda, escolaridade e idade. Não consumir semanalmente verduras esteve associado ao excesso de peso e não realizar alimentação saudável esteve associado à obesidade. CONCLUSÕES: Os resultados demonstraram que mesmo em uma população com renda baixa, um maior nível de escolaridade tem impacto na prevenção deste agravo e nas escolhas alimentares.The scope of this study was to analyze the factors associated with the prevalence of being overweight and obesity in a population of low-income adult women living in a metropolitan region and its association with socioeconomic, demographic, reproductive and lifestyle variables, highlighting the importance of healthy eating. A population-based, cross-sectional study was conducted with a random sample of 758 women aged 20 or older living in Campos Elíseos - Duque de Caxias - State of Rio de Janeiro. Bivariate and multivariate hierarchical regression was used to identify factors associated with overweight and obesity. A prevalence of 23% of obesity was found

  4. A percepção de profissionais da saúde de um hospital sobre a violência contra as mulheres La percepción de profesionales de salud de un hospital sobre la violencia contra la mujer The perceptions of the health professionals at a hospital about the violence against women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Becker Vieira

    2009-12-01

    Full Text Available Estudo qualitativo que objetivou conhecer percepções de profissionais de saúde acerca da assistência às mulheres em situação de violência. O cenário foi um hospital de ensino no sul do Brasil. Os sujeitos da pesquisa foram 12 profissionais de saúde do Centro Obstétrico e Pronto Socorro. A coleta dos dados realizou-se em abril/maio de 2008, a partir de vinheta e entrevista semi-estruturada. As informações foram organizadas e estruturadas por meio da análise temática. Dos resultados emergiram duas categorias: o diálogo como instrumento facilitador para a identificação da violência e seus encaminhamentos, e a complexidade do fenômeno e suas implicações na assistência. Aponta-se a necessidade de criação de espaços de responsabilização dos órgãos formadores e serviços de saúde na formação de equipe multiprofissional que discuta e implemente a política de atendimento às mulheres em situação de violência.Estudio cualitativo que tuvo por objetivo conocer las percepciones de profesionales de salud acerca de la asistencia a las mujeres en situaciones de violencia. El escenario fue un hospital de enseñanza en el sur de Brasil. Los sujetos de la investigación fueron 12 profesionales de salud del Centro Obstétrico y Hospital de urgencias. La recolección de los datos se realizó en abril/mayo de 2008, a partir de viñeta y entrevista semiestructurada. Las informaciones fueron organizadas y estructuradas por medio del análisis temático. Los resultados emergieron dos categorías: el diálogo como instrumento facilitador para la identificación de la violencia y sus encaminamientos las mujeres y la complexidad del fenómeno y sus implicaciones en la asistencia. Se evidencia la necesidad de creación de espacios de responsabilización de los órganos formadores y servicios de salud en la formación del equipo multiprofesional que discuta e implemente la política de atención a las mujeres en situación de violencia

  5. A prática de amamentar entre mulheres que exercem trabalho remunerado na Paraíba, Brasil: um estudo transversal Breastfeeding practices among paid working mothers in Paraíba State, Brazil: a cross-sectional study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Pinheiro de Toledo Vianna

    2007-10-01

    Full Text Available Estar no mercado de trabalho não deve impedir a mulher de amamentar. A Organização Mundial de Saúde preconiza o aleitamento materno exclusivo até seis meses de vida. No Brasil as leis propiciam à mulher trabalhadora quatro meses de licença maternidade, mas nem sempre ela recebe este benefício. Assim, como praticar amamentação exclusiva? Este artigo objetiva descrever as taxas de aleitamento materno e se o trabalho remunerado interfere na amamentação de mães da Paraíba. Trata-se de estudo transversal em 70 de 223 municípios que aceitaram participar da pesquisa na campanha de vacinação em 2002. Em 11.076 crianças menores de um ano, a prevalência de amamentação exclusiva foi de 22,4% de 0-4 meses e foi significativamente maior entre as mães que trabalhavam fora e que tiveram licença maternidade. Entre estas, foi também menor a prevalência de amamentação total e predominante. Na zona rural o trabalho fora de casa esteve associado com a redução do aleitamento materno exclusivo. A prática do amamentar na Paraíba está muito aquém das recomendações e o retorno precoce da mãe ao trabalho agrava esta situação.Paid work should not be an obstacle to women's breastfeeding. The World Health Organization (WHO recommends exclusive breastfeeding for 6 months. In Brazil, women are legally entitled to 4 months of maternity leave, but in practice few women enjoy such benefits. How is it possible to practice exclusive breastfeeding for 6 months? We analyzed both the breastfeeding rates and whether paid jobs interfere with breastfeeding in Paraíba State, Northeast Brazil. We conducted a cross-sectional study in 70 of 223 municipalities (counties during the annual immunization campaign in 2002. Among 11,076 infants (< 12 months of age, the exclusive breastfeeding rate at 0-4 months was 22.4% and was significantly higher among working women receiving maternity leave as compared to those who did not. The prevalence of total and

  6. LIMITES E ULTRAPASSAGENS NO AUTOCONHECIMENTO DA MULHER: PONTOS DE TENSÃO ENTRE AS DOZE CORES DO VERMELHO, CORPO NO CERCO, MARAMAR E CANTOS E CANTARES, DE HELENA PARENTE CUNHA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica Soares

    2015-01-01

    Full Text Available ResumoEste exercício crítico de penetração nos vestígiosda poética de Helena Parente Cunharealiza-se como um pensar (extensivo do literário,que permite um olhar inter-relacionalentre o romance As doze cores do vermelho e ospoemas de Corpo no cerco, Maramar e Cantose cantares. Por esse procedimento, percebemsea constância da busca pela mulher do autoconhecimento libertador, bem como pontosde tensão na própria constituição do literário,pondo-se, intensivamente, a narrativa a serviçodo lirismo. Quer o romance, quer os poemasse identifi cam pela poeticidade que faz explodir os contornos dos gêneros literários.Esse caráter explosivo se projeta, entre outrosrecursos, na construção dialogante de imagens(com ênfase em metáforas, sinestesias, neologismos; na linguagem fragmentada porcortes inesperados na frase, que acaba por seconfundir com verso; pela ausência de pontuação,pela tensão entre som e sentido, por repetiçõesde sons, supressões de frases, palavrase expressões, que atuam na intensifi cação rítmicado discurso, a refl etirem, muitas vezes, oestado angustiante da personagem no romancee do sujeito lírico nos poemas. As refl exõessobre o processo de construção de identidade apóiam-se na teoria crítica feminista, em referênciasà psicanálise e em observações dealguns teóricos do pós-estruturalismo.Palavras-chave(Extensão crítico-literária; gênero; identidade; poeticidade. Angélica Soares Doutora em Letras pela UFRJ e Pós-Doutora em LiteraturaComparada pela Universidade Nova de Lisboa. Professora daFaculdade de Letras da UFRJ e pesquisadora do CNPq. Dentre suaspublicações mais recentes, destacam-se os livros: A paixão emancipatória:vozes femininas da liberação do erotismo na poesia brasileira e Transparênciasda memória/estórias de opressão: diálogos com a poesia contemporâneade autoria feminina.

  7. Near miss e mulheres negras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alaerte Leandro Martins

    Full Text Available Resumo Introdução: A mortalidade materna apresenta grande diferença entre os países desenvolvidos e em desenvolvimento e espelha a qualidade da assistência prestada à saúde da mulher. Para evidenciar melhor essa assistência, novos métodos de estudo vêm sendo utilizados, entre eles a investigação das morbidades maternas graves - near misses. Objetivo: Analisar os fatores de risco para ocorrência de near miss nas diferentes raças/cores das mulheres residentes em três municípios da Região Metropolitana de Curitiba. Método: Estudo descritivo. Resultados: Na análise multivariada, identificou-se ser as variáveis idade (p=0,0321 com OR 3,08 e IC 95% 1,10-8,65, doenças associadas (p=0,0018 com OR 4,06 e IC 95% 1,61-10,24 e causa de internação (p=<0,0001 com OR 8,75 e IC 95% 3,36-22,75 os fatores de risco para near miss; o OR foi estimado com base no modelo multivariado. Já a variável cor não foi identificada como sendo fator de risco para near miss (p=0,8964 na presença das demais variáveis. Conclusões: Evidenciou-se, no estudo, a necessidade de aprofundar a análise em pesquisas sobre ocorrência de near miss e cor da variável idade e outras causas de internação para mulheres brancas, e a paridade/número de gestações e presença de doenças crônicas ou associadas para as mulheres negras, assim como a instituição de outros parâmetros de análise como as transferências e reinternações.

  8. Performance comparison between broilers positive and negative for antibodies against the chicken anemia virus Comparação de desempenho entre frangos positivos e negativos para anticorpos contra o vírus da anemia das galinhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lauricio Librelotto Rubin

    2003-11-01

    Full Text Available The chicken anemia virus (CAV is present in virtually every country investigated, Brazil including. The aim of this study was to determine what the difference in performance is between positive (progeny of breeders vaccinated or with natural infection and negative broilers to the presence of antibodies against the CAV in currently intensive raising systems. As a result, it was observed that negative broilers were significantly heavier than positive broilers. Negative males had a final weight 5.43% higher than positive males. There was no significant difference among different treatments in relation to parameters as mortality and feeding conversion. These study indicated that the presence of antibodies against CAV in broilers - may it be through vaccination or natural infection of breeders - did not generate progeny with superior performance under the tested raising conditions.O vírus da anemia das galinhas (CAV - "chicken anemia virus" está presente em praticamente todos os países investigados, inclusive no Brasil. O objetivo deste trabalho foi determinar qual a diferença de desempenho, comparando frangos positivos (progênie de matrizes vacinadas ou com infecção natural com frangos negativos para a presença de anticorpos contra o CAV, no sistema atual de criação intensiva. Como resultado, foi observado que os frangos negativos foram significativamente mais pesados que os frangos positivos. Os machos negativos tiveram um peso final 5,43% superior ao dos machos positivos. Não houve diferença significativa entre os tratamentos em relação aos parâmetros de mortalidade e conversão alimentar. Este estudo indicou que a presença de anticorpos contra o CAV em frangos de corte, seja através da vacinação ou infecção natural das matrizes, não gerou uma progênie com melhor desempenho nas condições de criação testadas.

  9. Análisis de la incidencia de la cooperación entre la Organización de las Naciones Unidas Para la Agricultura y la Alimentación (FAO) y el Programa Mundial de Alimentos (PMA) en la lucha contra el hambre en India. Periodo de estudio 2003-2007

    OpenAIRE

    Murillo Amador, Laura María

    2010-01-01

    Esta monografía analiza los factores que obstaculizan el alcance de la cooperación de la FAO y el PMA en la lucha contra el hambre en India, entre el 2003 y el 2007, a partir de las teorías: Neoliberalismo Institucional y Regímenes Internacionales de R. Keohane, además de algunos conceptos de W. Easterly

  10. Fatores associados à utilização do teste de Papanicolaou entre mulheres idosas no interior do Brasil Factors associated with the use of the Papanicolaou smear screening among older women in the interior of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Cristina Marzullo de Freitas

    2012-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Verificar a cobertura, pelo teste de Papanicolaou, de idosas e os fatores associados. MÉTODOS: Foi desenvolvido um estudo de base populacional com inquérito domiciliar. Os critérios de inclusão foram mulheres com 60 anos de idade ou mais, com residência na zona norte do município de Juiz de Fora, com independência para responder ao questionário ou que dispusessem de informante. A entrevista foi composta por questões sociodemográficas, referentes ao estado geral de saúde das idosas, e sobre a prática preventiva em saúde da mulher. A seleção se deu por amostragem aleatória estratificada e conglomerada em múltiplos estágios. Para a análise dos fatores de associação, elaborou-se um modelo teórico com três blocos hierarquizados de variáveis, ajustadas entre si em cada um deles. As variáveis que obtiveram nível de significância menor ou igual a 0,2 foram incluídas no modelo de regressão de Poisson e ajustadas ao nível superior ao seu (pPURPOSE: To verify the coverage, by Pap testing, of older women and the associated factors. METHODS: A population-based study was conducted by home interviews. The inclusion criteria were women aged 60 and over, living on the north side of the city of Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil, self-sufficient to answer the questionnaire or having someone to answer on their behalf. The interview consisted of sociodemographic questions, regarding the general health of the older women, and preventive practices in women's health. The selection was made by random sampling, stratified and clustered in multiple stages. To analyze associated factors, a theoretical model was formulated with three hierarchical blocks of variables, adjusted to each other in each block. The variables that had a level of significance of 0.2 or less were included in the Poisson regression model and adjusted to their next highest level (p<0.1. RESULTS: Pap testing occurred in 84.1% of cases (95%CI 79.0-88.4. Based on

  11. Does health status explain gender dissimilarity in healthcare use among older adults? Estado de saúde explica a disparidade entre mulheres e homens idosos no uso da assistência?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandhi Maria Barreto

    2006-02-01

    Full Text Available This study investigates the extent to which gender dissimilarity in healthcare use in later life is explained by variation in health and social-economic statuses. It is based on a nationwide sample in Brazil of 12,757 men and 16,186 women aged 60+ years. Individuals with great difficulties or unable to perform at least one daily living activity and/or to walk 100m were classified as "established disability". Those who had interrupted their activities in the previous 15 days because of a health problem were regarded as "temporarily disabled". The remaining we classified as "healthy". These categories were analyzed by multinomial logistic regression, taking "healthy" as the reference category. Prevalences of established disability were 6% among men and 11% among women. Temporary disabilities were 7.9% and 10.1%, respectively. Poor health status was associated with increased use of healthcare among men and women, but men and women differed significantly in relation to use pattern after adjustment for age, health status, and income. Older women were greater consumers of outpatient services and older men of inpatient care.O presente trabalho investiga diferenciais de gênero na condição de saúde de idosos e examina se desigualdades de gênero na utilização de serviços de saúde são explicadas pela condição de saúde ou sócio-econômica dos mesmos. Foram estudados 12.725 homens e 16.186 mulheres com 60+ anos, participantes da PNAD 1998. Idosos com grande dificuldade/incapazes de realizar uma/mais atividades da vida diária e/ou andar mais de 100m foram classificados como incapacitados, aqueles que interromperam atividades nos últimos 15 dias por problemas de saúde, como temporariamente incapacitados, e demais, como saudáveis. Utilizou-se regressão logística multinomial (referência: indivíduos saudáveis. A prevalência de homens e mulheres incapacitados foi 6% e 11%, temporariamente incapacitados, 7,9% e 10,1% respectivamente. Pior

  12. A economia clássica contra os fatos ou Sismondi entre os ricardianos The classical economics against the facts or Sismondi among the Ricardians

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Arthmar

    2009-08-01

    Full Text Available O artigo trata do debate ocorrido entre Sismondi e os economistas ricardianos, na primeira metade do século dezenove, a respeito do equilíbrio dos mercados, do papel da competição e dos efeitos da maquinaria nas sociedades industriais. A seção inicial reconstitui os principais termos do discurso crítico de Sismondi direcionado à ortodoxia clássica. A seguir, detalham-se as respostas elaboradas por McCulloch e Torrens em defesa da livre concorrência, do caráter ilimitado da demanda e do avanço da mecanização na atividade produtiva. A terceira seção considera a argumentação posterior de Sismondi na qual ele reitera sua teoria das crises de superprodução a partir de uma abordagem histórica do capitalismo. Ao final, procede-se a uma breve avaliação da herança ricardiana à economia política em vista da controvérsia examinada.This paper deals with the debate which opposed Sismondi and the Ricardian economists, in the first half of the nineteenth century, on the equilibrium of markets, the role of competition and the effects of machinery in industrial societies. At the initial section, the main content of Sismondi's critical rhetoric toward the classical orthodoxy is reconstituted. After that, the replies of McCulloch and Colonel Torrens are detailed, specially their defense of free competition and the unlimited character of demand, as well as of the inroads of machinery in the productive process. The third part considers Sismondi's rejoinder when he reinforces his theory of a general glut from a historical perspective of capitalism. In the end, and having in sight this particular controversy, a brief assessment of Ricardo's legacy to political economy is made.

  13. Violência sexual intrafamiliar contra crianças e adolescentes: entre a prevenção do crime e do dano Interfamilial sexual violence against children and adolescents: between the prevention of crime and harm

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lygia Maria Pereira da Silva

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: compreender as representações sociais de membros do Poder Judiciário acerca da prevenção da violência sexual intrafamiliar contra crianças e adolescentes. MÉTODOS: pesquisa de abordagem qualitativa que teve como campo de estudo as 1ª e 2ª Varas dos Crimes contra a Criança e o Adolescente, no Tribunal de Justiça de Pernambuco, com participação de 17 sujeitos (juiz, assessor, técnicos e analistas judiciários. Observação participante, entrevistas semiestruturadas e grupo focal compreenderam as técnicas para coleta de dados, que foram analisados por meio da interpretação dos sentidos. RESULTADOS: a categoria "cultura penal" emergiu dos discursos, bem como suas subcategorias: "prevenção do crime" e "prevenção do dano". CONCLUSÕES: as representações dos sujeitos revelam uma dicotomia, caracterizando o conflito entre a tradição do Poder Judiciário e o direito novo, que abrange os princípios da proteção integral e da prioridade absoluta às crianças e dos adolescentes. O conceito de prevenção da violência sexual intrafamiliar contra crianças e adolescentes deve ser ampliado para além da mera prevenção do crime. A abordagem do problema por meio da prevenção requer que se incorpore ao Poder Judiciário uma cultura penal que abarque os princípios da proteção integral e da prioridade absoluta.OBJECTIVES: to understand the social representations of members of the judiciary regarding the prevention of interfamilial sexual violence against children and adolescents. METHODS: a qualitative approach to research that considers as its field of study the 1st and 2nd Courts on Crimes against Children and Adolescents, in the Court of Pernambuco, with the participation of 17 subjects (judge, assessor, technicians and judicial analysts. Participant Observation, semi-structured interviews and focus group were all used for data collection, from which the content was then analyzed through meaning interpretation

  14. Efeitos do intervalo de recuperação entre séries de exercícios resistidos no hormônio do crescimento em mulheres jovens Effects of the recovery interval between resistance exercise sets in the growth hormone in young women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Breno Martins

    2008-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi examinar as respostas agudas de três diferentes intervalos de recuperação entre séries, durante uma sessão tradicional de exercícios resistidos para membros inferiores em mulheres jovens. Participaram deste estudo doze mulheres aparentemente saudáveis e treinadas em exercícios resistidos (26,83 ± 3,93 anos. Em três momentos distintos, os sujeitos realizaram em ordem contra balanceada, o protocolo de exercícios resistidos para membros inferiores com 30 (P30, 60 (P60 ou 120 (P120 segundos de intervalo de recuperação entre séries. A sessão de exercícios resistidos consistia de quatro exercícios para os membros inferiores (cadeira extensora, agachamento, mesa flexora e leg press, com 3 séries de 10 repetições e carga de 10 repetições máximas (RM. Coletas sangüíneas foram realizadas para determinar as concentrações do hormônio do crescimento (GH antes do exercício (T0, imediatamente após cada sessão de exercício (T1, e 5 (T5, 15 (T15 e 30 (T30 minutos de recuperação. A avaliação estatística dos dados foi por meio da análise de variância de medidas repetidas 3 X 5 [intervalo de recuperação (30s, 60s, 120s X tempo (T0, T1, T5, T15, T30], com o teste post-hoc Least Significant Difference (LSD. O nível de significância estatístico utilizado foi p PURPOSE: The purpose of this study was to examine the acute hormonal responses of three different rest periods between sets of a traditional lower body resistance training session in young women. METHODS: Twelve apparently healthy, trained females (26.83± 3.93 yrs participated in the study protocol. On three separate sessions of a lower body resistance exercise protocol, subjects were randomly assigned a rest interval of either 30 (P30, 60 (P60 or 120 (P120 seconds between sets. The resistance exercise session consisted of four lower body exercises (bilateral knee extension, bilateral knee flexion, leg press, and squat with 3 sets of 10

  15. A inserção de mulheres no segmento de vigilância patrimonial privada: entre conquistas e manutenções = Women’s insertion into the private security area: between conquests and maintenance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diogo, Maria Fernanda

    2013-01-01

    Full Text Available Essa pesquisa objetivou compreender os movimentos de inserção de mulheres na área de vigilância patrimonial privada na Região Metropolitana de Florianópolis. Empregando metodologia qualitativa, sua principal fonte de informação foram entrevistas realizadas com gestores/as de empresas prestadoras de serviços e mulheres que almejavam atuar no segmento. Observou-se que o imaginário social da vigilância ainda está atrelado à figura masculina e a inserção de mulheres dá-se de forma parcial, segmentada, coadjuvante e eivada de estereótipos de gênero e naturalizações. As mulheres que buscaram profissionalização na vigilância investiram numa mudança laboral e de vida, na maioria das vezes evadindo de trabalhos subalternos, mal remunerados, fisicamente desgastantes e socialmente relacionados ao feminino. Elas ansiavam romper padrões culturais estandardizados e conquistar status social auferido à identidade profissional da categoria. Apesar dos percalços, percebeu-se que mudanças tecnológicas e organizacionais efetivamente têm aberto espaço para a entrada de mulheres na vigilância privada

  16. Violencia intrafamiliar contra las mujeres

    OpenAIRE

    Omar Huertas Díaz

    2012-01-01

    El presente texto pretende abordar el tema de violencia en contra de las mujeres desde la perspectiva familiar, es decir la violencia intrafamiliar o también llamada doméstica, entendida y afirmada desde la Corte Constitucional, como aquella violencia que causa daño o maltrato físico, psíquico o sexual, trato cruel, intimidatorio o degradante, amenaza, agravio, ofensa o cualquier otra forma de agresión, producida entre miembros de una familia, llámese cónyuge o compañero permanente, padre o m...

  17. Isokinetic assessment of knee flexor/extensor muscular strength in elderly women Avaliação isocinética do torque muscular flexor-extensor do joelho em mulheres com idade entre 75-83 anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos de Amorim Aquino

    2002-08-01

    exercício utilizado foi o concêntrico, tanto para a flexão quanto para a extensão do joelho. Os parâmetros avaliados foram o torque máximo, o ângulo de ocorrência do torque máximo e a relação flexão/extensão do torque máximo. RESULTADOS: Os resultados demonstraram não haver diferenças entre os valores do torque máximo do lado dominante (D e do lado não dominante (ND. Isto foi verdadeiro tanto para o movimento flexor (D= 42,46 ± 9,09 Nm / ND= 40,65 ± 9,38 Nm, quanto para o movimento extensor (D= 76,92± 13,97 Nm / ND= 77,65 ± 15,21 Nm. Também, a estatística descritiva dos valores encontrados para a relação flexão/extensão do torque máximo e para o ângulo de ocorrência do torque máximo foram semelhantes nos dois lados avaliados. CONCLUSÕES: Os valores do torque máximo do lado contralateral podem ser usados como referência durante a reabilitação de mulheres idosas portadoras de doença articular aguda no joelho e a velocidade angular de 60º/s é adequada e segura para a avaliação isocinética em idosas.

  18. Concepções de Violência Sexual e Direitos das Mulheres: do “Defloramento” ao “Estupro”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Vieira

    2012-09-01

    Full Text Available Este texto visa contextualizar dois momentos em torno da construção jurídica da violência sexual contra mulheres: 1 nos casos de crimes sexuais que chegavam no judiciário em inícios do século XX  --  os crimes contra a “honra das famílias”, e 2 no contexto do desenvolvimento do feminismo, a partir dos anos 1970. Estes dois momentos marcam a construção jurídica da violência sexual, ora pautada pelo predomínio do valor família, ora pelo reconhecimento dos direitos individuais das mulheres. Proponho a noção de “feminismo de direitos” como um conceito analítico quanto à interlocução entre movimento feminista e Direito, a partir da agenda política violência contra as mulheres, no contexto brasileiro.Palavras-chave:  Violência Sexual  –  Feminismo  –  Direitos  Humanos das MulheresABSTRACT:  This text aims to contextualize two moments around the legal construction of sexual violence against women: 1 in the cases of sexual crimes which arrived in court early in the twentieth century  -  crimes against "family  honor", and 2 in the context of the development of feminism starting in the 1970s. These two points mark the legal construction of sexual violence, at times guided by the predominance of family values, at others by the recognition of individual rights of  women. Finally, I propose the concept of "feminism of rights" for an analysis of interactions between the feminist movement and Law, from the political agenda of violence against women in the Brazilian context.Key-words: Sexual Violence - Feminism - Women's Rights

  19. Estudio de siete casos de personas condenadas por delitos contra la administración pública en Colombia, entre el 2009 y el 2010, desde la perspectiva criminológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliam Arroyave Cortés

    2010-12-01

    Full Text Available El objetivo de la presente investigación es describir características criminológicas de un grupo de siete personas condenadas por delitos contra la administración pública. Se tuvieron en cuenta variables sociodemográficas, el modus operandi (variable criminológica y la personalidad (variable psicológica. En esta investigación, de tipo exploratorio, con análisis descriptivo y muestreo intencional, participaron siete hombres internados en dos cárceles de Bogotá y Villavicencio, entre el 2009 y el 2010, con edad promedio de 44 años. Se utilizaron como instrumentos el cuestionario de personalidad 16 PF forma B, la entrevista semiestructurada de modus operandi, el cuestionario de variables sociodemográficas y el cuestionario de deseabilidad social de Domínguez, Salas-Menotti y Reyes (2008. Los resultados revelan que existen rasgos de personalidad comunes en al menos cinco participantes: tendencia a pensamiento concreto, inestabilidad emocional, dominancia, locus de control externo, suspicacia, nivel alto de normatividad pero asociado a dolor psicológico, estabilidad laboral y buena remuneración, estudios superiores en ciencias económicas y derecho. Son personas sin investigaciones previas, actúan solas o recurren a un mínimo de personas, sin realizar mayores conductas para encubrir los actos delictivos; cometen los delitos en un período corto de tiempo. El tiempo de condena promedio fue de 84 meses.

  20. Modos de sentir e aprender entre mulheres em um projeto de educação popular em saúde Modos de sentir y aprender entre mujeres en un proyecto de educación popular en salud Ways of feel and learn among women in a popular education in health project

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Teixeira

    2008-03-01

    Full Text Available Apresenta-se um recorte de pesquisa institucional de avaliação das repercussões do projeto de extensão no cotidiano de todas as participantes. Apóia-se nos conceitos de comunidade aprendente, saber cuidar, compartilhamento de saberes. O objeto constitui-se dos modos de aprender e sentir de mulheres participantes de um projeto de extensão em educação popular em saúde, desenvolvido entre 2004 e 2006 na ilha de Caratateua, Belém. Pesquisa qualitativa que entrevistou quinze mulheres em 2005 e utilizou o método do discurso do sujeito coletivo. Os discursos coletivos revelam intensa associação entre o cognitivo e o afetivo; indicam que as práticas educativas pautadas nos círculos de diálogos promovem repercussões no cotidiano de vida das participantes e apontam mudanças de comportamentos cuidativos no saber cuidar. Conclui-se que o projeto favoreceu não só travessias de saberes, mas uma (com vivência de afetos, que definiu a permanência no projeto e marcou os modos de sentir e aprender para produzir saúde.Se presenta un recorte de investigación institucional de evaluación de las repercusiones del proyecto de extensión en el cotidiano de todos los participantes. Se apoya en los conceptos de la comunidad aprendente, saber cuidar, compartimiento de saber. El objeto constituyese de las maneras de aprender y sentir de mujeres participantes de un proyecto de extensión en educación popular en salud, desarrollado entre 2004 y 2006 en la isla de Caratateua, Belém - Brasil. Investigación cualitativa que entrevistó quince mujeres en 2005 y utilizó el método del discurso del ciudadano colectivo. Los discursos colectivos divulgan la intensa asociación entre el cognitivo y el afectivo; indican que las prácticas educativas pautadas en los círculos de diálogos promueven repercusiones en el cotidiano de vida de las participantes y apuntan cambios de comportamientos cuidativos en saber cuidar. Se concluye que el proyecto favoreci

  1. Diferencial de salários entre homens e mulheres segundo a condição de migração Diferencia de salarios entre hombres y mujeres según la condición de migración Wage differences between men and women according to condition of migration

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia Nunes Ferreira Batista

    2009-06-01

    Full Text Available Este trabalho analisa a diferença salarial por sexo, segundo a condição de migração da população. Por meio do cálculo do índice de dissimilaridade de Duncan e da decomposição de Oaxaca para os salários de homens e mulheres migrantes e não-migrantes, encontraram-se situações diferenciadas para a Região Sudeste e o restante do país. Os resultados mostram que a elevada diferença salarial entre sexo verificada na população migrante residente fora da Região Sudeste mantém-se devido à diferente valorização no mercado de trabalho do local de destino dos atributos masculinos vis-à-vis os femininos. Já no caso do Sudeste, a menor diferença salarial constatada entre homens e mulheres migrantes deve-se mais às características específicas das trabalhadoras do que à valorização diferenciada no mercado de trabalho.Este trabajo analiza la diferencia salarial por sexo, según la condición de migración de la población. Por medio del cálculo del índice de disimilaridad de Duncan y de la descomposición de Oaxaca para los salarios de hombres y mujeres migrantes y no-migrantes, se encontraron situaciones diferenciadas para la Región Sudeste y el resto del país. Los resultados muestran que la elevada diferencia salarial entre sexo verificada en la población migrante residente fuera de la Región Sudeste se mantiene, debido a la diferente valorización en el mercado de trabajo del lugar de destino de los atributos masculinos con respecto a los femeninos. Por otro lado, en el caso del Sudeste, la menor diferencia salarial constatada entre hombres y mujeres migrantes se debe más a las características específicas de las trabajadoras que a la valorización diferenciada en el mercado de trabajo.This article analyzes wage differences by gender, as per condition of migration of the population. By calculating Duncan's dissimilarity index and the Oaxaca decomposition for wages of male and female migrants and non-migrants, great

  2. Asociación entre violencia contra la mujer ejercida por la pareja y desnutrición crónica en sus hijos menores de cinco años en Perú

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Ruiz-Grosso

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivos: Evaluar la asociación entre violencia contra la mujer ejercida por su pareja y la prevalencia de desnutrición crónica en sus hijos menores de cinco años. Materiales y métodos. Análisis secundario transversal de la Encuesta Demográfica y de Salud Familiar (ENDES del año 2011, realizada en el Perú y con representatividad nacional. La variable dependiente fue desnutrición crónica en el último hijo menor de cinco años. Las variables independientes fueron el autorreporte de violencia emocional, violencia física (leve o severa y violencia sexual, ejercidas por el último compañero o esposo de la madre en los últimos 12 meses. Realizamos análisis univariados y multivariables utilizando modelos generalizados lineales (regresión log-binomial, teniendo en cuenta la naturaleza compleja de la muestra. Se ajustaron los modelos para variables sociodemográficas y de salud madre hijo. Se calcularon razones de prevalencias (RP e intervalos de confianza al 95%. Resultados. Se analizaron datos de 5154 madres e hijos. La prevalencia de desnutrición crónica fue de 19,8% (IC 95%: 18,1-21,6. En el análisis multivariable se encontró una mayor prevalencia de desnutrición crónica en los hijos de madres con historia de violencia física severa RP 1,27% (IC 95%: 1,09-1,48. No hubo evidencia de asociación entre la prevalencia de desnutrición crónica y los otros tipos de violencia ejercida por la pareja. Conclusiones. El reporte de violencia física severa en el último año, por parte de las madres, estuvo asociado a un aumento en la prevalencia de desnutrición crónica en sus niños menores de cinco años

  3. Asociación entre violencia contra la mujer ejercida por la pareja y desnutrición crónica en sus hijos menores de cinco años en Perú

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Ruiz-Grosso

    Full Text Available Objetivos: Evaluar la asociación entre violencia contra la mujer ejercida por su pareja y la prevalencia de desnutrición crónica en sus hijos menores de cinco años. Materiales y métodos. Análisis secundario transversal de la Encuesta Demográfica y de Salud Familiar (ENDES del año 2011, realizada en el Perú y con representatividad nacional. La variable dependiente fue desnutrición crónica en el último hijo menor de cinco años. Las variables independientes fueron el autorreporte de violencia emocional, violencia física (leve o severa y violencia sexual, ejercidas por el último compañero o esposo de la madre en los últimos 12 meses. Realizamos análisis univariados y multivariables utilizando modelos generalizados lineales (regresión log-binomial, teniendo en cuenta la naturaleza compleja de la muestra. Se ajustaron los modelos para variables sociodemográficas y de salud madre hijo. Se calcularon razones de prevalencias (RP e intervalos de confianza al 95%. Resultados. Se analizaron datos de 5154 madres e hijos. La prevalencia de desnutrición crónica fue de 19,8% (IC 95%: 18,1-21,6. En el análisis multivariable se encontró una mayor prevalencia de desnutrición crónica en los hijos de madres con historia de violencia física severa RP 1,27% (IC 95%: 1,09-1,48. No hubo evidencia de asociación entre la prevalencia de desnutrición crónica y los otros tipos de violencia ejercida por la pareja. Conclusiones. El reporte de violencia física severa en el último año, por parte de las madres, estuvo asociado a un aumento en la prevalencia de desnutrición crónica en sus niños menores de cinco años

  4. Associação entre diagnóstico de síndrome de ovários policísticos, estado nutricional e consumo alimentar em mulheres em idade fértil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiula Aparecida Brugge

    2017-03-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi comparar parâmetros da síndrome pré-menstrual (SPM de mulheres em idade fértil com e sem diagnóstico de SOP. Estudo transversal realizado por meio de um questionário contendo informações sociodemográficas, sintomas relacionados à SPM, dados antropométricos, de consumo alimentar e do diagnóstico clínico dicotomizado de SOP. Os resultados foram tabulados no Microsoft Excel® no programa estatístico SPSS 20.0. A pesquisa contou com a participação de 42 universitárias, selecionadas aleatoriamente, com idade média observada de 25,29 ± 6,56 anos. De acordo com o Índice de Massa Corporal 71,4% (n=30 estavam eutróficas. Quanto a presença de diagnóstico de SOP 50% (9n=21 apresentavam a síndrome e 71,4% (n=30 destas relataram utilizar contraceptivo oral. Observa-se no estudo, significância estatística (p<0,05 entre a insatisfação da imagem corporal das universitárias com e sem SOP, sendo esta insatisfação maior entre as que não possuem SOP. Durante o período menstrual observou-se maior consumo de cereais (95,5%, gorduras (71,4% e chocolates (52,4% pelas participantes que apresentam a SOP e de cereais (90,5%, hortaliças (66,7% e gorduras (61,9% consumidos pelas universitárias sem SOP. Nota-se relação positiva na presença de sintomas comuns na SOP que produz depressão, instabilidade emocional, dificuldade de concentração, dores de cabeça, edema e aumento de sono. Além de um maior consumo de alimentos mais calóricos especialmente o chocolate. ABSTRACT Association between polycystic ovary syndrome diagnosis, nutritional status and food consumption in fertile age women The aim of the study was to compare parameters of premenstrual syndrome (PMS in women of childbearing age with and without a diagnosis of PCOS. Cross-sectional study using a questionnaire containing demographic information, symptoms related to PMS, anthropometric data, food consumption and dichotomized clinical diagnosis of

  5. Associação entre marcadores inflamatórios e fatores de risco cardiovascular em mulheres de Kolkata, W.B, Índia Asociación entre marcadores inflamatorios y factores de riesgo cardiovascular en mujeres de Kolkata, W.B, India Association between inflammatory markers and cardiovascular risk factors in women from Kolkata, W.B, India

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debdutta Ganguli

    2011-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Recentes pesquisas tem se concentrado no uso de biomarcadores inflamatórios na previsão de risco cardiovascular. Entretanto, a informação é escassa em relação à associação entre esses marcadores inflamatórios com outros fatores de risco cardiovasculares em indianos asiáticos, particularmente em mulheres. OBJETIVO: Explorar a associação entre marcadores inflamatórios tais como proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR-as e contagem de leucócitos (LEU e fatores de risco cardiovascular tais como adiposidade geral e central, pressão arterial, variáveis lipídicas e lipoproteicas e glicemia de jejum. MÉTODOS: Conduzimos uma análise transversal de 100 mulheres com idade entre 35-80 anos. As participantes foram selecionadas através da metodologia de amostragem por cluster, de 12 distritos urbanos selecionadas ao acaso na Corporação Municipal de Kolkata, Índia. RESULTADOS: A PCR-as apresentou uma associação significante com o índice de massa corporal (IMC (p FUNDAMENTO: Recientes investigaciones se han concentrado en el uso de biomarcadores inflamatorios en la previsión de riesgo cardiovascular. Entre tanto, la información es escasa en relación a la asociación entre esos marcadores inflamatorios con otros factores de riesgo cardiovasculares en indios asiáticos, particularmente en mujeres. OBJETIVO: Explorar la asociación entre marcadores inflamatorios tales como proteína C-reactiva de alta sensibilidad (PCR-as y recuento de leucocitos (LEU y factores de riesgo cardiovascular tales como adiposidad general y central, presión arterial, variables lipídicas y lipoproteicas y glucemia de ayuno. MÉTODOS: Condujimos un análisis transversal de 100 mujeres con edad entre 35-80 años. Las participantes fueron seleccionadas a través de la metodología de muestreo por cluster, de 12 distritos urbanos seleccionadas al azar en la Corporación Municipal de Kolkata, India. RESULTADOS: La PCR-as presentó una

  6. Esporte e mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lino Castellani Filho

    1989-01-01

    Full Text Available Motivados pelas comemorações atinentes ao 8 de março - Dia Internacional da Mulher - assumimos o desafio de tecermos considerações acerca da muiher e o esporte, fenômeno cultural esse, alvo de nossos estudos por estar inserido no nosso campo de atuação profissional.

  7. Conhecimento e prática sobre os fatores de risco para o câncer de mama entre mulheres de 40 a 69 anos Knowledge of and practices regarding risk factors for breast cancer in women aged between 40 and 69 years

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriane Pires Batiston

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: investigar conhecimento e prática sobre os fatores de risco para o câncer de mama entre usuárias da Estratégia de Saúde da Família (ESF. MÉTODOS: estudo transversal com 393 mulheres com idades entre 40 e 69 anos usuárias da ESF na cidade de Dourados, MS. Realizou-se uma entrevista, por meio de um questionário semi-estruturado, investigando-se variáveis sociodemográficas, história familiar e conhecimento/prática sobre os fatores de risco para o câncer de mama. A descrição das variáveis foi feita através de frequência simples e porcentagem. A associação do conhecimento sobre os fatores de risco e as variáveis foram verificadas pelo teste exato de Fisher e qui-quadrado com nível de significância de 5%. RESULTADOS: a idade média foi de 52,5 ± 8,1 anos, o tempo médio de estudo foi de 4,4±3,6 anos, 52,4% das mulheres eram pardas/negras e 66,6% possuiam companheiro. Entre as mulheres, 86,5% receberam alguma informação sobre o câncer de mama. Os fatores de risco para a doença eram conhecidos por 54,2% das mulheres. O conhecimento sobre os fatores de risco associou-se com a história familiar (p=0,004 e anos de estudo (p=0,01. Diante dos fatores de risco conhecidos, a frequência de práticas preventivas entre as mulheres foi de 52,2%. CONCLUSÕES: a identificação de variáveis relacionadas a um menor conhecimento sobre a doença pode auxiliar na adoção de estratégias direcionadas aos grupos mais vulneráveis.OBJECTIVES: to investigate knowledge of and practices regarding risk factors for breast cancer among users of the Family Health Strategy (FHS. METHODS: a cross-sectional study was carried out among 393 women aged between 40 and 69 years using the FHS in the city of Dourados, in the Brazilian State of Mato Grosso do Sul. An interview was conducted using a semi-structured questionnaire to investigate socio-demographic variables, family history and awareness/practices regarding the risk factors for breast

  8. O percurso de resiliência da mulher vítima de violência conjugal

    OpenAIRE

    Vargas, Gabriele

    2012-01-01

    Resumo: Trata-se de pesquisa descritiva com abordagem qualitativa a luz do conceito de resiliência, realizada em uma Delegacia da Mulher localizada no município de Guarapuava, Paraná, de dezembro de 2011 a fevereiro de 2012, com 10 mulheres vítimas de violência conjugal, que procuraram o serviço policial para representar judicialmente contra o seu agressor. Teve como objetivo identificar o percurso de resiliência da mulher vítima de violência conjugal. A coleta dos discursos ocorreu mediante ...

  9. Estudo comparativo entre cirurgia de revascularização miocárdica com e sem circulação extracorpórea em mulheres Comparative study between on-pump and off-pump coronary artery bypass graft in women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michel Pompeu Barros de Oliveira Sá

    2010-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Tem sido bem documentado que mulheres têm taxas de morbimortalidade mais altas que homens submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica (CRM. Em vista desta evidência, é necessário saber se há benefício da CRM sem circulação extracorpórea (CEC em comparação à CRM com CEC. OBJETIVOS: Comparar desfechos de morbimortalidade entre CRM sem CEC e CRM com CEC. MÉTODOS: Estudo retrospectivo. Nossa investigação analisa comparativamente o perfil clínico, 13 complicações relativas ao procedimento e mortalidade de uma população de 941 mulheres submetidas à CRM (549 sem CEC e 392 com CEC em dois hospitais, no período de janeiro de 2000 a dezembro de 2005. RESULTADOS: A taxa de mortalidade em mulheres submetidas à CRM sem CEC é menor que mulheres submetidas à CRM com CEC, entretanto, a diferença não é estatisticamente significativa (3,1% vs. 5,3%; P=0,134. As taxas de complicações analisadas (choque hemorrágico, neurológicas, respiratórias, insuficiência renal aguda, síndrome da angústia respiratória do adulto, septicemia, pneumonia, fibrilação atrial foram menores (diferença estatisticamente significativa em mulheres do grupo CRM sem CEC em comparação ao grupo CRM com CEC, com exceção das complicações baixo débito cardíaco e infecção de ferida operatória. CONCLUSÕES: As evidências sugerem que CRM sem CEC pode beneficiar as mulheres em comparação com CRM com CEC, pois parece reduzir as taxas de morbimortalidade. Dez das 13 complicações investigadas demonstraram uma significativa vantagem das mulheres submetidas à CRM sem CEC em relação àquelas submetidas à CRM com CEC.BACKGROUND: It has been well documented that women have higher morbidity and mortality rates than men following coronary artery bypass graft (CABG surgery. In view of this evidence, it is necessary to know if there is benefit to off-pump CABG surgery in women in comparison to on-pump CABG. OBJECTIVES: Compare

  10. Television viewing and abdominal obesity in women according to smoking status: results from a large cross-sectional population-based study in Brazil Hábito de assistir televisão e obesidade abdominal entre mulheres fumantes: resultados de um estudo transversal de base populacional no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Taísa Rodrigues Cortes

    2013-03-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To investigate the associations between television viewing and abdominal obesity (AO in Brazilian women, according to smoking status. METHODS: Data of 13,262 adult women (18-49 years from the 2006's Demographic Health Survey, a cross-sectional household study with complex probabilistic sample and national representativeness, were analyzed. AO, defined as waist circumference ≥ 80.0 cm, was the outcome. Television viewing frequency (≥ 5 times/week, 1-4 times/week, OBJETIVO: Investigar a associação entre a frequência assistindo televisão e obesidade abdominal (OA entre mulheres brasileiras, segundo o hábito de fumar. MÉTODOS: Foram analisados os dados de 13.262 mulheres adultas (18-49 anos estudadas na Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS-2006, um estudo transversal, com amostragem probabilística complexa, de representatividade nacional. OA, definida como circunferência da cintura ≥ 80.0 cm, foi considerada como desfecho. A frequência assistindo televisão (≥ 5 vezes/semana, 1-4 vezes/semana, < 1 vez/semana foi a principal variável de exposição e o hábito de fumar (sim ou não a principal covariável. Foram estimadas razões de prevalência por meio de modelos de regressão de Poisson, para fumantes e não fumantes separadamente. RESULTADOS: Observou-se interação estatisticamente significante entre frequência assistindo televisão e hábito de fumar (p < 0,05. A prevalência de OA entre mulheres fumantes que assistiam televisão ≥ 5 vezes/semana foi de 59,0%, e maior do que 35,0% entre aquelas que assistiam televisão < 1 vez/semana (p-valor = 0,02. Os valores de OA para não fumantes foram 55,2% e 55,7%, respectivamente. Fumantes que assistiam televisão ≥ 5 vezes/semana apresentaram chance 1,7 (1,1 - 2,5 vezes maior de ter OA, comparadas aquelas que relataram assistir televisão < 1 vez/semana. Não se observou associação significante para não fumantes. CONCLUSÃO: Assistir televisão ≥ 5

  11. Concepts of Education and Education for Women Clients of a Health Center in Rio De Janeiro Conceitos de Educação e Escolaridade entre Mulheres Clientes de um Centro de Saúde do Rio De Janeiro.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Cabral Félix de Sousa

    2006-09-01

    Full Text Available Educational and Schooling Concepts of Client Women at a Public Health Clinic in Rio De Janeiro: This work has the objective to evaluate concepts of education and schooling reported by women attending a Public Health Clinic in Rio de Janeiro, Brazil. Using a qualitative research methodology, the selection of women for 60 interviews followed two criteria of maximum variation in the sampling for both the hour of the interview as well as the age of the women. The results indicate that these women had little schooling and a few if any opportunity to take part of educational non-formal courses. The concepts of education and schooling were divided into the following categories: adequate social behavior, value, professional development, health and lack of schooling. This research concludes that it is pressing to develop educational projects taking into account what is significant from these women's perspective in regard to education and schooling, what would be decisive to promote their citizenship. Key words: formal education, non-formal education, informal education, women and citizenship Este trabalho tem como objetivo avaliar conceitos sobre educação e escolaridade de mulheres clientes de um Centro de Saúde do Rio de Janeiro. Segundo metodologia de pesquisa qualitativa, a seleção das participantes para 60 entrevistas seguiu o critério de amostragem de máxima variação, tanto para o horário da entrevista como para a faixa etária das mulheres. Os resultados indicam que as mulheres têm um histórico de baixa escolaridade e também muito pouca ou nenhuma participação em cursos de educação não formal. Os conceitos de educação e escolaridade foram divididos nas seguintes categorias: a de adequado comportamento social, valorização, profissionalização, saúde e ausência escolar. Esta pesquisa conclui apontando para a urgência de projetos educativos, a partir do que é significativo para as próprias mulheres em termos de educação e

  12. A autocompaixão em mulheres e relações com autoestima, autoeficácia e aspectos sociodemográficos = Self-compassion in brazilian women and relations with self-esteem, self-efficacy and demographic aspects = La autocompasión entre las mujeres brasileñas y las relaciones con la autoestima, la autoeficacia y aspectos demográficos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Souza, Luciana Karine de

    2016-01-01

    Full Text Available Estudos mostram que mulheres são mais acometidas por sintomas de depressão e ansiedade, na comparação com homens. Uma das maneiras de se contrabalançar tais sintomas é através da autocompaixão. Em estudo brasileiro prévio, mulheres apresentaram menor autocompaixão do que homens. O presente estudo investigou diferenças na autocompaixão em 327 mulheres com respeito à autoestima, autoeficácia e aspectos sociodemográficos. As participantes responderam um questionário sociodemográfico e escalas de autocompaixão, autoestima e autoeficácia. Comparações etárias e com variáveis sociodemográficas foram realizadas mediante testes t. Os resultados significativos encontrados para autocompaixão foram ter mais de 30 anos, praticar uma religião, não usar medicamento psiquiátrico e ter filhos. O trabalho permitiu a identificação de variáveis que sugerem direções para futuras pesquisas sobre autocompaixão em mulheres. Um exemplo é a questão da relação entre ter filhos e maior autocompaixão, o que pode sugerir que habilidades maternas e estilos parentais possam desempenhar papel importante nessa questão

  13. Prevalencia y factores asociados a la práctica del consejo clínico contra el consumo de drogas entre los especialistas internos residentes de Andalucía (España

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María de la Villa Juárez-Jiménez

    2015-12-01

    Conclusión: Hay una alta oferta de consejo contra el consumo por los EIR, aunque llamativamente menor para drogas ilegales. Los factores que influyen son tanto elementos formativos de su propia especialidad como el consumo personal de alcohol y tabaco, que deben ser tenidos en cuenta para una mejora de esta actividad preventiva.

  14. Relação entre morbidade hospitalar e cobertura vacinal contra Influenza A Relación entre morbilidad hospitalaria y cobertura de inmunización contra la Influenza A Relationship between hospital morbidity and vaccination coverage against Influenza A

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Ribeiro Baptista Marques

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o perfil dos indivíduos acometidos pelo vírus Influenza A (H1N1, e o impacto vacinal nos grupos prioritários à vacinação. MÉTODOS: Estudo ecológico, observacional, de caráter retrospectivo, com população de indivíduos residentes na cidade de Maringá-PR e submetidos à internação por Influenza A entre 2009 e 2010. RESULTADOS: No ano de 2009, ocorreram 614 internações decorrentes de infecção pelo vírus Influenza A em Maringá-PR. A disponibilização da vacina fez com que o número de acometidos diminuísse para 169 em 2010, ocorrendo impacto vacinal nos seguintes grupos populacionais: gestantes, portadores de doenças crônicas e adultos de 20 a 39 anos. CONCLUSÃO: Identificou-se a necessidade de estender a faixa etária de vacinação para crianças de 2 a 4 anos e preenchimento dos impressos de vacinação dos indivíduos e grupos vacinados com maior rigor.OBJETIVO: Analizar el perfil de los individuos afectados por el virus Influenza A (H1N1, y el impacto de las inmunizaciones en los grupos prioritarios a la vacunación. MÉTODOS: Estudio ecológico, observacional, de carácter retrospectivo, realizado con población de individuos residentes en la ciudad de Maringá-PR y sometidos a internamiento por Influenza A entre 2009 y 2010. RESULTADOS: En el año de 2009, ocurrieron 614 internamientos como consecuencia de infección por el virus Influenza A en Maringá-PR. La disponibilidad de la vacuna hizo con que el número de efectados disminuya a 169 en 2010, ocurriendo impacto de las inmunizaciones en los siguientes grupos poblacionales: gestantes, portadores de enfermedades crónicas y adultos de 20 a 39 años. CONCLUSIÓN: Se identificó la necesidad de extender el grupo etáreo de vacunación para niños de 2 a 4 años y el llenado con mayor rigor de los impresos de vacunación de los individuos y grupos vacunados.OBJECTIVE: To analyze the profile of the individuals affected by the Influenza A virus (H1N1

  15. Os direitos da mulher à terra e os movimentos sociais rurais na reforma agrária brasileira Women's land rights and rural social movements in the Brazilian agrarian reform

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Diana Deere

    2004-04-01

    Full Text Available Este artigo examina a evolução da reivindicação dos direitos da mulher à terra na reforma agrária brasileira sob o prisma dos três principais movimentos sociais rurais: o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST, os sindicatos rurais e o movimento autônomo de mulheres rurais. O mérito maior por levantar a questão dos direitos da mulher à terra é das mulheres dentro dos sindicatos rurais. Os direitos formais das mulheres à terra foram conseguidos na reforma constitucional de 1988, e em grande medida isso foi um subproduto do esforço para acabar com a discriminação contra as mulheres em todos as suas dimensões. A conquista das igualdades formais, contudo, não levou a um aumento na parcela de mulheres beneficiárias da reforma, a qual permaneceu baixa até a metade da década de 1990. Isso aconteceu principalmente porque garantir na prática os direitos da mulher à terra não estava entre as prioridades dos movimentos sociais rurais. Além disso, o principal movimento social a determinar o passo da reforma agrária, o (MST, considerava classe e gênero questões incompatíveis. Próximo ao final da década de 1990, entretanto, havia uma consciência crescente de que deixar de reconhecer os direitos da mulher à terra era prejudicial ao desenvolvimento e à consolidação dos assentamentos da reforma agrária e, portanto, para o movimento. O crescente consenso, entre todos os movimentos sociais rurais, sobre a importância em assegurar o direito da mulher à terra, junto com um lobby efetivo, encorajou o Estado em 2001 a adotar mecanismos específicos para a inclusão de mulheres na reforma agrária.This article examines the evolution of the demand for women's land rights in the Brazilian agrarian reform through the prism of the three main rural social movements: the landless movement, the rural unions and the autonomous rural women's movement. Most of the credit for raising the issue of women's land rights rests with

  16. A violencia contra a muller

    OpenAIRE

    Rodríguez Calvo, María Sol

    2013-01-01

    Grao en Medicina Esta unidade didáctica denominada “Violencia contra a muller”, está incluída no bloque de “Clínica forense” da materia “Medicina legal”, que se imparte no segundo semestre do 5º curso do Grao en Medicina. Esta materia é froito da interrelación entre a Medicina e o Dereito nun dobre sentido: o primeiro refírese á aplicación dos coñecementos médicos para resolver cuestións xudiciais (Medicina legal propiamente dita). O segundo ocúpase da regulación xurídica da práctica médic...

  17. Epidemiological and molecular characteristics of HIV-1 infection among female commercial sex workers, men who have sex with men and people living with AIDS in Paraguay Características epidemiológicas e moleculares da infecção por HIV-1 entre as mulheres que trabalham no comércio do sexo, entre homens que mantém relações sexuais com homens e nas pessoas convivendo com AIDS no Paraguai

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nicolas Aguayo

    2008-06-01

    aumentou em duas vezes o risco de infecção subseqüente por HIV (odds ratio ajustado de 2,5 entre as mulheres que trabalhavam no comércio do sexo, enquanto cocaína apresentou odds ratio ajustado de 6,61 entre os homens que mantinham relações sexuais com outros homens. De 130 amostras, com base no ensaio da mobilidade heteroduplex para o gene env, com sequenciamento de parte do pol e/ou genomas completos, o subtipo B foi o subtipo mais identificado (66%; seguido pelo subtipo F (22% e subtipo C (4%. Cepas recombinantes CRF12-BF foram identificadas em 6% e CRF17_BF foi identificada em 2%.

  18. Mulheres que denunciam violência sexual intrafamiliar

    OpenAIRE

    Santoucy,Luíza Barros; Santos, Viviane Amaral dos; Conceição,Maria Inês Gandolfo; Costa,Liana Fortunato

    2014-01-01

    O estudo tem por objetivo compreender o papel de mulheres que fazem denúncia de violência sexual, perpetrada por um membro de sua convivência, contra seu filho/a. O trabalho apresenta resultados de entrevistas semiestruturadas realizadas com cinco mães de crianças vítimas de violência sexual intrafamiliar. Utilizou-se a análise de conteúdo de Bardin, dividindo-se os resultados em quatro categorias: (a) susto, culpa, raiva, dúvida são as primeiras reações frente à revelação; (b) a dor ...

  19. EMPREENDEDORISMO FEMININO: MULHERES GERENTES DE EMPRESAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Beatriz Cautela Tvrzska de Gouvêa

    2008-09-01

    Full Text Available A realidade da mulher gestora da micro e pequena empresa desperta interesse pelo estudo do gênero feminino no ambiente destas organizações. Analisar as características, considerações e entendimentos de um grupo de mulheres, que participam de uma associação empresarial de comercio e indústria de Santa Catarina, Brasil, constituiu-se no objetivo deste estudo. A pesquisa exploratória, com método qualitativo, foi realizada por meio de entrevista estruturada, com análise de conteúdo. Os resultados evidenciam que as gestoras apresentam idade entre 33 e 54 anos, na maioria casadas e com filhos, e com formação acadêmica de nível superior. A maioria trabalha mais de nove horas por dia. Participam, em média, com 50% do valor no orçamento familiar. Consideram-se, em sua maioria, mulheres de sucesso. Entendem como estratégia a necessidade de conhecimento acerca do negócio e a dedicação à empresa. Os resultados do estudo são semelhantes aos encontrados na literatura de empreendedorismo feminino.

  20. Associação entre prevalência de laqueadura tubária e características sócio-demográficas de mulheres e seus companheiros no Estado de São Paulo, Brasil Association of prevalence of tubal ligation and sociodemographic characteristics of women and their partners in the State of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anibal Faúndes

    1998-01-01

    Full Text Available O Brasil tem uma alta prevalência de laqueadura tubária. Alguns setores da sociedade acreditam que essa alta prevalência estaria indicando um controle da natalidade dissimulado, que visa diminuir a fecundidade nas camadas mais pobres da população. O objetivo deste trabalho é contribuir para a compreensão das possíveis diferenças sócio-econômicas quanto à prática da laqueadura. Para este fim, analisamos uma base de dados com 1.335 mulheres com idade de 15 a 49 anos, obtida entre mulheres de nível sócio-econômico médio-baixo ou baixo, em duas regiões do Estado de São Paulo, no ano de 1991. Os resultados mostraram uma aparentemente maior prevalência de laqueadura entre as mulheres com menor nível educacional e também entre as que moravam em habitação de boa qualidade. Entretanto, ao controlar por idade, essas associações desapareceram, sugerindo que se deviam apenas a menor escolaridade e maiores recursos das mulheres de maior idade, sendo este último o fator mais fortemente associado à prevalência de laqueadura. Discute-se a complexidade das relações entre nível sócio-econômico e ligadura tubária, incluindo a diferença sócio-econômica na prevalência de cesárea, intimamente ligada à esterilização feminina.Brazil has a high prevalence of tubal ligation. The hypothesis that it indicates undercover birth control efforts specifically addressed to the poorest sector of Brazilian society has been raised. The purpose of this paper is to evaluate whether there are differences in rates of tubal ligation depending on socioeconomic status. Data were gathered from interviews with 1335 women 15-49 years of age, of low or lower-middle socioeconomic status, carried out in 1991 in two regions of the State of São Paulo. The results showed an apparently higher prevalence of tubal ligation among women with less schooling,, but also among those living in better housing. However, after controlling for women's age, these

  1. Da delegacia da mulher à Lei Maria da Penha: Absorção/tradução de demandas feministas pelo Estado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília MacDowell Santos

    2012-10-01

    Full Text Available Este artigo examina as respostas do Estado às demandas feministas para o combate à violência doméstica contra mulheres no Brasil desde meados dos anos 1980. São identificados três momentos de mudanças institucionais que direta ou indiretamente moldam e refletem os contextos da atuação estatal: o momento da criação da primeira delegacia da mulher, em 1985; o do surgimento dos Juizados Especiais Criminais, em 1995; e o da promulgação da Lei 11.340, em 2006, conhecida como Lei Maria da Penha. Estes momentos refletem a interação entre múltiplas forças sociopolíticas, sinalizando fluxos e refluxos de políticas públicas e lutas feministas. A análise destes momentos, que pretende contribuir para as teorias feministas do Estado no contexto latino‑americano, revela diferentes formas de atuação estatal e variados graus de absorção/tradução/traição/silenciamento das demandas feministas.

  2. Qualidade de vida em mulheres praticantes de Hatha Ioga

    OpenAIRE

    Coelho,Cristina Martins; Lessa,Thaíza Tavares; Carvalho,Rosa Maria de; Coelho,Lúcia Aparecida Martins Campos; Scari,Rafael da Silva; Fernandes, Neimar da Silva; Novo Júnior,José Marques

    2011-01-01

    O objetivo do presente estudo foi avaliar, em um grupo de mulheres saudáveis, os efeitos da prática regular de Ioga sobre a qualidade de vida. Tratou-se de um estudo transversal controlado, no qual participaram 25 mulheres saudáveis, com idades entre 20 e 59 anos, divididas nos grupos IOGA (praticantes há pelo menos seis meses) e CONTROLE (sedentárias), compostos respectivamente por 13 e 12 voluntárias. A qualidade de vida foi avaliada utilizando-se o questionário SF-36. Para análise estatíst...

  3. Relación entre las características de la adolescente embarazada y la resistencia al consumo de droga Relação entre as características da adolescente grávida e a resistência contra o consumo de drogas Relation between characteristics of pregnant adolescents an resistance to drugs use

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliana del C. Martinez

    2004-04-01

    Full Text Available Es un estudio cualitativo, se realizo entrevistas en profundidad a 20 adolescentes embarazadas, que aceptaron participar de la investigación, sobre la relación entre las características de la adolescente embarazada y la resistencia al consumo de droga. Se logro conocer que ellas tuvieron contacto con drogas licitas e ilícitas, así como la decisión para rechazar, dejar o disminuir el consumo; también se identifico el escaso conocimiento que las jovencitas tienen del salud reproductiva y las modificaciones gravídicas en su cuerpo. Para esta población es importante contar con una pareja y su hijo, como sostén para el no consumo de sustancias toxicas que causan adicción.Este é um estudo qualitativo. Foram realizadas entrevistas com 20 adolescentes grávidas, que aceitaram participar da pesquisa sobre a relação entre as características da adolescente grávida e a resistência contra o consumo de drogas. Foi observado que tiveram contato com drogas legais e ilegais, e a sua decisão para rejeitá-las, desistir ou diminuir o consumo; também identificamos a falta de conhecimento das jovens sobre saúde reprodutiva e as modificações corporais. Para essa população, é importante poder contar com o parceiro e o filho, como apoio para não consumir substâncias tóxicas aditivas.This is a qualitative study. We interviewed 20 pregnant adolescents, who agreed to participate in this research about the relation between the characteristics of pregnant adolescents and resistance to drugs use. We observed that they had contact will legal and illegal drugs, as well as their decision to reject them, give up or decrease substance use; we also identified a lack of knowledge about reproductive health and body changes. It is important for this population to be able to count on their partner and child, as a support not using addictive toxic substances.

  4. Lógicas de guerra e a reprodução das margens: Gangues, mulheres e violência sexuada em El Salvador

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvia Roque

    2013-02-01

    Full Text Available Vinte anos após os Acordos de Paz (1992, El Salvador é considerado um dos países mais violentos do mundo. Os atores mais visíveis e temidos desta violência são os gangues que, há cerca de duas décadas, se digladiam entre si e aos quais são atribuídos vários atos de violência sexuada, incluindo contra as próprias mulheres que os integram. Estas, que são simultânea ou alternadamente vítimas e perpetradoras, fazem parte de uma imagética sobre mulheres e feminilidades anormais ou perversas; mas são, sobretudo, consideradas como exceções e, por isso, ignoradas. Este artigo explora as razões da pouca atenção prestada às motivações e à participação das mesmas em grupos violentos, bem como à violência que contra elas é praticada, a partir da desconstrução de dicotomias e oposições estanques associadas à guerra e à paz, destacando antes a fluidez das conexões entre ambas. Procura‑se demonstrar que uma conceção da guerra e da paz como estados bem definidos e separáveis e uma associação da guerra à exceção e à violência legítima não são neutras do ponto de vista da reprodução da violência em tempos de “paz”, acabando por ocultar e justificar os processos de desumanização que conduzem a uma dupla vitimação das mulheres dentro dos gangues e à negligência de que são alvo na literatura académica e nas políticas de apoio às vítimas ou de prevenção da violência.

  5. Mulher e poder

    OpenAIRE

    Kanan,Lilia Aparecida

    2000-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Estudo sobre as práticas de liderança e as bases de influência adotadas pelas executivas nos altos escalões das organizações de grande porte da indústria têxtil de Santa Catarina. Analisa o uso do poder pela mulher; forma adotada para manter o poder; para manifestar o poder; para manter o status de poder; para administrar conflitos e a postura esperada dos subordinados, relacionados às bases de influên...

  6. Factors associated with condom use in women from an urban area in southern Brazil Fatores associados ao uso do preservativo entre mulheres de uma área urbana no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariângela Freitas da Silveira

    2005-10-01

    Full Text Available This study investigated the prevalence of factors associated with condom use during last sexual intercourse in 15-49-year-old women in a probabilistic sample from the urban area of Pelotas, southern Brazil. A questionnaire administered by an interviewer, investigating socioeconomic characteristics and habits, and another (self-administered questionnaire on sexual behavior-related variables were used. Poisson regression, following a hierarchical model, was used for data analysis. 1,543 women were included, and losses and refusals amounted to 3.5%. Prevalence of condom use in last sexual intercourse was 28.0%. Condom use was positively associated with younger age, greater schooling, non-white color, single marital status, and greater number of sex partners in the previous three months. This suggests that the group most vulnerable to STDs/AIDS due to lack of condom use is white, adult women, in stable unions, with fewer sexual partners.Este estudo investigou a prevalência de fatores associados com o uso de preservativos na última relação sexual em mulheres de 15-49 anos de idade, de uma amostra probabilística da área urbana de Pelotas, Sul do Brasil. Um questionário administrado por uma entrevistadora investigou características sócio-econômicas e hábitos pessoais e outro, auto-aplicado, foi utilizado para investigar variáveis relacionadas ao comportamento sexual. Na análise dos dados foi utilizada a regressão de Poisson, segundo um modelo hierárquico, com 1.543 mulheres incluídas, sendo as perdas e recusas de 3,5%. A prevalência do uso de preservativos na última relação sexual foi de 28,0%. Esse uso esteve associado positivamente com menor idade, maior escolaridade, cor não branca, ser solteira e ter tido maior número de parceiros nos últimos três meses. Sugere que o grupo mais vulnerável a DST/AIDS devido ao não uso de preservativos são as mulheres brancas, adultas, em uniões estáveis e com menos parceiros sexuais.

  7. Associação entre os polimorfismos HaeIII e MspI do gene para o receptor alfa de estrogênio e densidade mamográfica em mulheres após a menopausa Association between HaeIII and MspI polymorphisms of estrogen receptor alpha gene and mammographic density in post-menopausal women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Henrique de Moura Ramos

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a presença dos polimorfismos HaeIII e MspI do gene para o receptor de estrogênio alfa, bem como fatores clínicos e suas possíveis associações com a densidade mamográfica em mulheres após a menopausa. MÉTODOS: Foram avaliadas 115 mulheres após a menopausa, não usuárias de terapia hormonal e sem lesão mamária clínica ou mamograficamente identificada. A densidade mamográfica foi determinada por três observadores independentes, tomando-se como base a classificação dos padrões mamográficos do ACR-BIRADS®, 2003 (duas avaliações subjetivas e uma computadorizada - Adobe Photoshop® 7.0. Amostras de raspado bucal foram obtidas para extração de DNA e em seguida foi realizada uma PCR-RFLP (Polymerase Chain Reation - Restriction Fragment Length Polymorphism para análise de polimorfismos presentes no íntron 1 e éxon 1 do gene do REalfa (HaeIII e MspI. RESULTADOS: O polimorfismo HaeIII foi encontrado em 43 (37,4% das 115 mulheres, ao passo que o MspI estava presente em 96 (83,5% das mesmas. Houve alto grau de concordância entre os três observadores na determinação da densidade mamográfica. Trinta e quatro (29,6% mulheres tinham mamas densas, e 81 (70,4%, mamas lipossubstituídas. CONCLUSÃO: Não houve associação entre o polimorfismo HaeIII do gene para o receptor de estrogênio alfa e densidade mamográfica (Fisher = 0,712. Houve associação próxima à significância estatística entre o polimorfismo MspI e densidade (Fisher = 0,098. Idade, paridade e índice de massa corporal mostraram-se associados com densidade mamográfica.PURPOSE: To assess the presence of estrogen receptor gene polymorphisms HaeIII and MspI as well as clinical factors, and their possible associations with high mammographic density in post-menopausal women. METHODS: One hundred and fifteen post-menopausal women, not in use of hormonal therapy and without clinical or mammographic lesions were evaluated. Three independent observers

  8. Violencia contra inmigrantes en Tamaulipas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simón Pedro Izcara-Palacios

    2012-10-01

    Full Text Available Abstract: Violence against immigrants in TamaulipasMigrants in Mexico are subjected to extortions, kidnappings, rapes and killings. Tamaulipas, a state situated in the northeast of Mexico, has registered an unprecedented level of violence against migrants. In August of 2010, 72 migrants were massacred in San Fernando (Tamaulipas and in April of 2011, 194 corpses of migrants were found in the same place. Furthermore, since 2009, rural communities in central Tamaulipas, which receive more than five thousand migrants a year to work in harvesting oranges, have suffered violent attacks targeting immigrants. This paper, based on a qualitative methodology that includes in-depth interviews with 60 immigrants conducted between April 2011 and November 2011, examines the forms of cultural, direct, structural and post-structural violence suffered by immigrant workers employed in the orange sector of Tamaulipas.Resumen:Los migrantes en México son objeto de extorsiones, secuestros, violaciones y asesinatos. Tamaulipas, un estado situado en el noreste de México, ha registrado niveles sin precedentes de violencia contra los migrantes. En Agosto de 2010 72 migrantes fueron masacrados en San Fernando (Tamaulipas, y en Abril de 2011 194 cadáveres de migrantes fueron encontrados en el mismo lugar. Asimismo, las comunidades rurales del centro de Tamaulipas, que reciben anualmente más de 5 mil migrantes para trabajar en la pizca de la naranja, han sufrido desde el año 2009 violentos ataques dirigidos contra los migrantes. Este artículo, basado en una metodología cualitativa que incluye entrevistas en profundidad con 60 migrantes realizadas entre Abril y Noviembre de 2011, examina las formas de violencia cultural, directa, estructural y postestructural sufrida por los trabajadores migratorios empleados en el sector citrícola de Tamaulipas.

  9. Repercussão da violência na mulher e suas formas de enfrentamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cláudia Wendt dos Santos

    2011-08-01

    Full Text Available A violência contra a mulher é um tema complexo pela multideterminação de elementos de análises que nela convergem. Esta pesquisa objetivou caracterizar a repercussão da violência na mulher e suas formas de enfrentamento. O estudo foi exploratório-descritivo e adotou a metodologia qualitativa, sendo as participantes 10 mulheres agredidas que prestaram queixa em uma Delegacia da Mulher. A coleta de dados realizou-se por meio de entrevista semiestruturada, e para a análise dos dados utilizaram-se o software Atlas/ti 5.0 e a Teoria Fundamentada Empiricamente. Identificou-se a repercussão da violência na mulher por meio da insônia, da instabilidade emocional, da ideação suicida, do isolamento social e das estratégias de enfrentamento que foram focados no diálogo com amigos, familiares e colegas de trabalho; na busca de encontros sociais e no uso de medidas, tais como: tentativa de separação, saída de casa e denúncia. Considera-se que os dados obtidos subsidiam e qualificam intervenções e o atendimento de mulheres agredidas.

  10. As mulheres protestantes: educação e sociabilidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizete da Silva

    2015-01-01

    Full Text Available A Reforma Protestante atraiu um significativo número de mulheres, resultante de uma inovação doutrinária, o sacerdócio universal do cristão que nivela homens e mulheres diante de Deus, comissionando-os igualmente para a vocação cristã, o serviço divino, estendido a todos os cristãos. A leitura e o estudo bíblico, no vernáculo, como uma necessidade do fiel protestante permitiu a muitas mulheres o acesso à leitura e uma forte motivação para que elas se alfabetizassem, permitindo a realização de atividades eclesiásticas e o exercício de práticas de sociabilidades. Com a publicação da Bíblia da Mulher no final do século XIX, organizadamente, passaram a reivindicar espaços e direitos. Entre os protestantes brasileiros, no que pese a ausência do pastorado feminino e o contexto social restritivo, muitas mulheres exerceram liderança e desempenharam atividades intelectuais em suas comunidades. Algumas foram eximias educadoras, musicistas e missionárias. Participavam da Escola Dominical e das sociedades femininas, as quais abrangiam as diversas faixas etárias.

  11. Prevalência de distúrbios respiratórios e avaliação de vacinação contra a gripe entre trabalhadores Prevalence of respiratory diseases and evaluation of the influenza vaccination program for workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neice Müller Xavier Faria

    2002-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Apesar de a vacina contra a gripe ser considerada eficiente na prevenção da gripe e de suas complicações, ainda existem controvérsias sobre as vantagens de sua utilização em adultos sadios. Esta pesquisa foi desenvolvida para caracterizar a ocorrência de problemas respiratórios comuns, particularmente a gripe, e avaliar um programa de imunização contra a influenza entre trabalhadores. METODOLOGIA: Foi realizado um estudo de delineamento transversal entre trabalhadores da indústria. Foram coletados dados sobre características sociodemográficas e sobre problemas respiratórios. Foram caracterizadas as gripes ocorridas no último ano e avaliado o desempenho da vacina. RESULTADOS: Entre os 446 entrevistados, 18,3% apresentaram quadros intensos de gripes e a 11,7% foi concedido afastamento do trabalho devido a gripe. No geral, 70% dos funcionários avaliaram que no seu caso pessoal houve melhora na ocorrência de gripes após a vacinação. CONCLUSÕES: A avaliação positiva da vacina feita pelos funcionários e a baixa ocorrência de efeitos colaterais apoiam a manutenção do atual programa contra a influenza. Mas persistem várias dúvidas sobre as vantagens econômicas da vacina, indicando a necessidade de mais estudos sobre este tema.INTRODUCTION: The vaccine against influenza is an efficient way to prevent flu episodes and its complications; however, its economical advantages for healthy workers are still controversial. This study was developed to characterize the occurrence of common respiratory problems, especially influenza, and evaluate an influenza vaccination program for workers. METHODOLOGY: A cross sectional study was developed among factory workers. Data on socio-demographic characteristics and respiratory diseases were collected. Flu episodes during the past year were characterized and vaccination was evaluated. RESULTS: Among 446 interviewed workers, 18.3% presented influenza-like episodes and 11.7% were

  12. Biodisponibilidade do ferro como fator de proteção contra anemia entre crianças de 12 a 16 meses Iron bioavailability as a protective factor against anemia among children aged 12 to 16 months

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Regina Vitolo

    2007-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo investiga os fatores dietéticos determinantes da ausência de anemia entre lactentes de famílias de baixo nível socioeconômico submetidos a um programa de intervenção nutricional, bem como a adequação do consumo de ferro de acordo com as recomendações. METODOLOGIA: O estudo compreendeu 369 crianças pertencentes a uma coorte do município de São Leopoldo (RS, as quais foram randomizadas ao nascimento para constituírem dois grupos: intervenção e controle. O grupo intervenção foi submetido a orientações dietéticas no primeiro ano de vida, com visitas domiciliares mensais, e o grupo controle foi visitado aos 6 e 12 meses, sem intervenção dietética. Ao final do primeiro ano de vida, realizou-se inquérito alimentar recordatório de 24 horas. O diagnóstico de anemia foi determinado pelo nível de hemoglobina inferior a 11 g/dL. As dietas das crianças foram classificadas de acordo com a biodisponiblidade do ferro presente. RESULTADOS: A prevalência de anemia encontrada neste estudo foi de 63,7%. A proporção de crianças com consumo adequado em relação às recomendações foi estatisticamente mais elevada no grupo sem anemia (26,8% do que no grupo com anemia (17,7%. As crianças que não apresentaram anemia mostraram maior consumo de ferro (p = 0,019, vitamina C (p = 0,001, densidade energética no jantar (p = 0,006, densidade de ferro por 1.000 calorias (p = 0,045, e 16,3% delas apresentaram dieta com alta biodisponibilidade em ferro (p = 0,002. CONCLUSÕES: A prática alimentar que garante alta biodisponibilidade de ferro protege a criança contra anemia e pode ser usada como proposta de intervenção na rede básica de saúde e no âmbito das secretarias municipais de educação infantil.OBJECTIVE: This study investigates the nutritional factors that determine the absence of anemia in infants from families with a low socioeconomic background submitted to a nutrition intervention program, as well as

  13. Saberes relacionados ao autocuidado entre mulheres da área rural do Sul do Brasil Conocimientos relacionados a el autocuidado de mujeres del área rural del Sur de Brasil Knowledges related to self-care in health among women of the rural area of Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moara Ailane Thum

    2011-09-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo conhecer as ações de autocuidado de um grupo de mulheres rurais do município de Pelotas, Rio Grande do Sul. Tratou-se de uma pesquisa qualitativa, com 11 mulheres, residentes na área rural do município. A coleta de dados ocorreu entre maio e junho de 2010, através de entrevista semiestruturada. Foi realizada a análise de conteúdo por temas. As informantes mais antigas participam do grupo na comunidade há 12 anos, realizando trabalhos manuais e trocas de saberes sobre o uso das plantas medicinais. O autocuidado faz parte das ações dessas mulheres, o qual é executado das mais diversas formas, abrangendo o contexto familiar, a transmissão de crenças e dos hábitos através das gerações. Espera-se, contribuir para a valorização da mulher rural, conscientizando os profissionais de saúde, quanto à realização de práticas em saúde que atendam as reais necessidades da comunidade assistida, resgatando a cultura relacionada ao cuidar-se.Este estudio tuvo como objetivo conocer las acciones de autocuidado de un grupo de mujeres rurales del municipio de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Fue tratado de una pesquisa cualitativa, con 11 mujeres residentes en el área rural del municipio. La recolección de datos ocurrió entre mayo y junio de 2010 a través de entrevista semi-estructurada. Se realizó el análisis de contenido para los temas. Las participantes más antiguas participan del grupo en la comunidad hay 12 años, haciendo artesanías y el intercambio de conocimientos sobre el uso de plantas medicinales. El autocuidado es parte de las acciones de estas mujeres, que se ejecuta en muchas formas diferentes, incluyendo el contexto familiar, la transmisión de las creencias y de los hábitos a través de generaciones. Se espera contribuir a la valoración de la mujer rural, a la concienciación de profesionales de la salud, cuanto a la realización de prácticas de salud que satisfagan las necesidades

  14. Integração entre vigilância sanitária e assistência à saúde da mulher: um estudo sobre a integralidade no SUS Integration of health surveillance and women's health care: a study on comprehensiveness in the Unified National Health System

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiane Maia

    2010-04-01

    Full Text Available A integralidade é um princípio do SUS, com várias perspectivas, entre as quais a da articulação de seus serviços. O debate sobre esse princípio está presente na assistência à saúde, com destaque para a área de Saúde da Mulher, e nas diretrizes da Vigilância Sanitária. Como as duas áreas buscam a qualidade dos serviços de saúde, o objetivo é analisar a integração entre Vigilância Sanitária e assistência à saúde da mulher. Trata-se de estudo de caso, qualitativo, com entrevistas de profissionais de Vigilância Sanitária de serviços de saúde e coordenadores de Saúde da Mulher (CSM. Os achados apontam para isolamento da Vigilância Sanitária nas secretarias de saúde. A importância da integração é citada por CSM, porém não é fácil de ser aplicada. As relações, se ocorrem, são por situações emergenciais. Os trabalhadores de Vigilância Sanitária acham que não há articulação por não haver problemas na Saúde da Mulher que demandem sua participação e que, com inspeções e palestras, estão colaborando com a área. Mostram-se dificuldades à concretização da integralidade, com o desafio de articular ações em saúde, sobretudo para a Vigilância Sanitária.Comprehensiveness is a key principle in Brazil's Unified National Health System (SUS, approached from various perspectives, including linkage between services. The debate on this principle appears in health care, especially in the area of Women's Health, and in Health Surveillance guidelines. Since both areas target quality of health services, the aim of this study is to analyze the integration between Health Surveillance and Women's Health Care. This is a qualitative case study that interviewed Health Surveillance staff in health services and coordinators of Women's Health services. The findings point to the isolation of Health Surveillance within the health secretariats. The importance of integrating the two areas is cited by Women's Health

  15. Mulheres que fazem sexo com mulheres: algumas estimativas para o Brasil Women who have sex with women: estimates for Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Maria Barbosa

    2006-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é descrever a proporção de mulheres que fazem sexo com mulheres, com base em três recortes temporais a partir de dados produzidos por um inquérito populacional de abrangência nacional realizado em 1998. A proporção de mulheres que relatam relações sexuais com mulheres na vida diminui de 3% para 1,7% nos cinco anos anteriores à pesquisa, mantendo-se praticamente no mesmo patamar, 1,7%, no último ano. Ao comparar esses dados com os disponíveis para os homens, os resultados sugerem que homens e mulheres transitam entre experiências homo e heterossexuais de maneiras distintas ao longo da vida.This paper analyzes the proportion of Brazilian women who have sex with women, considering three time periods. The data are from a national population-based survey from 1998. The proportion of the female population who reported having any same-sex relations during their lifetime decreased from 3% to 1.7% in the previous five years and remained at 1.7% in the last year. Comparing the data by gender, the results suggest that women and men have different patterns of homosexual and heterosexual experiences over the course of their lives.

  16. Aderência a medidas de proteção individual contra a hepatite B entre cirurgiões-dentistas e auxiliares de consultório dentário Adherence to personal protection against hepatitis B among dentists and dental assistants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Posenato Garcia

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: O vírus da hepatite B é um risco ocupacional reconhecido na odontologia. Além de aderir às precauções padrão, todos os profissionais da odontologia devem se proteger através da vacinação contra a hepatite B e confirmação da imunidade. Este estudo verificou a aderência às medidas de proteção individual contra a hepatite B, incluindo a vacinação e o uso de equipamentos de proteção individual, entre cirurgiões-dentistas e auxiliares de consultório dentário do município de Florianópolis, localizado no sul do Brasil. MÉTODOS: Neste estudo transversal, os dados foram coletados através de questionários auto-aplicáveis. Foram obtidas respostas de 289 cirurgiões-dentistas e 104 auxiliares. RESULTADOS: A prevalência da vacinação completa contra a hepatite B foi 73,4% entre os dentistas e 39,4% entre os auxiliares. Apenas 32,1% e 21,9% deles, respectivamente, monitoraram a resposta vacinal. A vacinação completa foi positivamente associada com o ano de formatura a partir de 1997 (RP = 1,16; IC95% = 1,01-1,33 e atuação predominantemente em especialidade cirúrgica (RP = 1,24; IC95% = 1,02-1,51 entre os dentistas e com a realização de curso de formação entre os auxiliares (RP = 1,96; IC95% = 1,23-3,14. O uso constante de luvas, máscara e ��culos de proteção foi mais elevado entre os dentistas do que entre os auxiliares. CONCLUSÃO: São indicadas campanhas visando a vacinação daqueles que não o fizeram ou não completaram o esquema vacinal e informações sobre a necessidade do monitoramento da resposta vacinal. Medidas educativas são recomendadas para elevar a aderência às medidas de proteção pessoal, voltadas especialmente aos auxiliares.OBJECTIVE: The Hepatitis B virus poses arecognized occupational risk to dental careworkers. All dental care workers must beprotected through immunization, withcompletion of vaccine series, and monitoring of vaccine response. This study examined the adherence

  17. A relação entre soroprevalência de anticorpos contra o glicolipídeo fenólico-I entre crianças em idade escolar e endemicidade da hanseníase no Brasil The relation between seroprevalence of antibodies against phenolic glycolipid-I among school children and leprosy endemicity in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samira Bührer-Sékula

    2008-01-01

    Full Text Available Os programas de controle da hanseníase se beneficiariam de um método fácil para estimar prevalência e avaliar o impacto das ações de controle na prevalência da doença. A determinação da soroprevalência de anticorpos contra PGL-I através de estudos com crianças em idade escolar foi sugerida como indicador útil da taxa de prevalência da hanseníase a nível municipal.Para investigar se a soropositividade estaria associada aos coeficientes de detecção da hanseníase e se poderia ser usada como indicador da prevalência em outras áreas, 7.073 crianças em três estados endêmicos de hanseníase no Brasil foram testadas. Resultados mostram uma considerável variação da distribuição de soropositividade nas comunidades, independente do número de casos de hanseníase detectados. A soroprevalência foi significativamente menor nos colégios. Nenhuma diferença na distribuição da soropositividade determinada por ELISA ou dipstick foi observada. Nenhuma correlação entre o coeficiente de detecção da hanseníase e soropositividade pôde ser estabelecida.Leprosy control programs would benefit expressively from an easy method to estimate disease prevalence and to assess the effect of leprosy control measures on disease prevalence. Determination of the seroprevalence of antibodies to PGL-I through school children surveys might be a useful indicator of leprosy prevalence at the district level. To investigate whether seropositivity rates could be related to leprosy detection rates and whether seropositivity could be used as a proximal indicator to predict the leprosy incidence in other areas, 7,073 school children in three different leprosy-endemic states in Brazil were tested. The results show a widely varying distribution of seropositivity in the communities independent of the number of leprosy cases detected. Seroprevalence was significantly lower at private schools. No differences in the patterns of seropositivity between ELISA

  18. RACISMO CORDIAL DESCONSTRUÍDO:UMA LEITURA PÓS-POSITIVISTA DO PAPEL DA MULHER NEGRA NO BRASIL COLONIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana do Carmo Figueiredo

    2013-10-01

    Full Text Available RESUMO:Este artigo tem como objetivo fazer uma leitura do papel social do escravo no Brasil regencial, destacando-se os aspectos feministas da luta da mulher negra contra o cativeiro e pela manutenção do núcleo familiar formado na colônia. O fio condutor será o livro Slave Life in Rio de Janeiro 1808 - 1850 (A vida escrava no Rio de Janeiro 1808 – 1850, tese de doutorado da pesquisadora norte-americana Mary Karasch. Ela é apontada por defensores de teorias feministas como aquela que fez o dever de casa de História do Brasil, contrariando o mito propagado por Gilberto Freire de que havia uma relação harmônica entre a casa grande e a senzala, o quepropiciava a possibilidade de ascensão social ao escravo brasileiro.PALAVRAS-CHAVE: construtivismo; feminismo; mulher negra; construção social; relações internacionais.   ABSTRACT: This article aims to make a reading of the social role ofthe slave in Brazil regency period, highlighting the feminist aspects of the black women fight against captivity and for the maintenance of the family unit formed in the colony. The common thread is the book Slave Life in Rio de Janeiro 1808 – 1850, the doctoral thesis by American researcher Mary Karasch. She is pointed by feminist scholars as the one that did the History of Brazil homework, contrary to the myth propagated by Gilberto Freire work that there was a harmonius relationship between the big house and the slave quarters, which fed the possibility of social mobilitiy to the Brazilian slaves.   KEYWORDS:  constructivism; feminism; black woman; social construction; international relations.Recebido: 07/12/2013      Aceito: 06/07/2013

  19. Análise da efetividade da Lei Maria da Penha e dos Conselhos Municipais da Mulher no combate à violência doméstica e familiar no Brasil = Analysis of Maria da Penha Law effectiveness and the Municipal Councils of Women in fight against domestic and familiar violence in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amancio, Geisa Rafaela Sousa

    2016-01-01

    Full Text Available A Lei Maria da Penha (LMP é a principal política pública de combate à violência doméstica e familiar no Brasil; responsável pela criação de medidas punitivas mais severas ao agressor e pela criação de uma rede de atendimento à mulher. Diante disso, buscou-se, neste trabalho, avaliar a efetividade da LMP na redução do estupro e tentativa de estupro, entre 2005 e 2013, e, ainda, verificar a influência dos Conselhos Municipais da Mulher na redução dos casos de violência contra a mulher, para os anos de 2009, 2011, 2012 e 2013. O exame analítico descritivo mostrou que não houve redução das denúncias de estupro e tentativa de estupro durante o período, e o modelo econométrico, utilizando painel com efeitos aleatórios, confirmou a influência dos Conselhos Municipais

  20. Risk factors for recurrent falls among Brazilian women and men: the Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS Fatores de risco para quedas recorrentes entre mulheres e homens brasileiros: o Estudo Brasileiro sobre Osteoporose (BRAZOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo de Medeiros Pinheiro

    2010-01-01

    Full Text Available The objective of the study was to estimate the frequency of recurrent falls and identify the main associated risk factors. The BRAZOS is the first epidemiological study performed on a representative sample of the Brazilian population. Anthropometric data, living habits, previous fractures, falls, dietary intake, physical activity and quality of life were evaluated in 2,420 individuals aged 40 and older. Recurrent falls were reported by 15.5% of men and 25.6% of women. Among women, the risk factors significantly associated to recurrent falls were age, previous fracture, sedentary lifestyle, poor quality of life, diabetes mellitus and current use of benzodiazepine. In men, the risk factors were age, poor quality of life, intake of alcoholic beverages, diabetes mellitus, previous fracture and use of benzodiazepine. A greater intake of vitamin D had a protector effect on the risk of recurrent falls. These findings demonstrated the high prevalence of recurrent falls and emphasize that a multidisciplinary approach is necessary to minimize recurrent falls and their consequences, including osteoporotic fractures.Estimar a freqüência de quedas recorrentes e identificar os principais fatores de risco associados. O BRAZOS é o primeiro estudo epidemiológico realizado em amostragem representativa da população brasileira. Dados antropométricos, hábitos de vida, fratura prévia, quedas, dieta, atividade física e qualidade de vida foram avaliados em 2.420 indivíduos adultos. Quedas recorrentes foram referidas por 15,5% dos homens e 25,6% das mulheres. Nas mulheres, os fatores de risco associados com quedas recorrentes foram idade, fratura prévia, sedentarismo, pior qualidade de vida, diabete mellitus e uso atual de benzodiazepínicos. Nos homens, foram idade, pior qualidade de vida, consumo de bebidas alcoólicas, diabete mellitus, fratura prévia e uso atual de benzodiazepínicos. Maior ingestão de vitamina D desempenhou efeito protetor sobre o

  1. Comparação entre a histerossonografia, a histeroscopia e a histopatologia na avaliação da cavidade uterina de mulheres na pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Accorsi Neto Alfeu Cornélio

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: comparar os resultados da hístero-sonografia com os da histeroscopia e com os da histopatologia em mulheres na pós-menopausa. MÉTODOS: realizou-se hísterossonografia, histeroscopia e biópsia endometrial dirigida em 58 mulheres que tinham eco endometrial maior que 4 mm, idade superior a 40 anos, tempo de amenorréia superior a um ano e níveis de hormônio folículo-estimulante maiores que 35 mUI/mL. Foram excluídas as pacientes que fizeram uso de hormonioterapia, assim como aquelas com fatores que impedissem a realização dos exames de hísterossonografia, histeroscopia ou o estudo histopatológico. A análise estatística foi obtida pelos testes G de Cochran e McNemar. Foram calculados os valores de sensibilidade, especificidade e preditivos positivo e negativo da hístero-sonografia comparados com os outros exames. RESULTADOS: as taxas de concordância da hísterossonografia comparada aos achados histerpscópicos e histológicos foram de 94,8 e 77,6%, respectivamente. A sensibilidade e a especificidade na detecção de anormalidade da cavidade endometrial da hísterossonografia comparadas com a histeroscopia foram de 98 e de 75%, respectivamente. Já os valores preditivos positivo e negativo da hístero-sonografia foram de 96 e de 86%, respectivamente. Na comparação ao estudo histopatológico para o diagnóstico de alterações da cavidade endometrial, a hísterossonografia revelou sensibilidade de 98%, especificidade de 33% e os valores preditivos positivo e negativo foram de 76 e de 86%, respectivamente. Ressalta-se que das onze pacientes com sinéquia uterina diagnosticada pela hísterossonografia, duas tiveram hiperplasia endometrial. Houve um caso de cavidade normal pela hístero-sonografia em que o resultado da biópsia foi hiperplasia endometrial simples. CONCLUSÕES: nossos dados sugerem que a hísterossonografia tem boa sensibilidade comparada com a histeroscopia. Contudo, há limitações deste método diagn

  2. Conduta na lesão intraepitelial de alto grau em mulheres adultas

    OpenAIRE

    Pauliana Sousa Oliveira; Camila Cardoso Coelho; Elza Francinet Siqueira de Cerqueira; Flávia Verônica Ferreira Lopes; Minelli Salles Alves Fernandes; Denise Leite Maia Monteiro

    2011-01-01

    O câncer cervical é a segunda causa mais comum de câncer entre as mulheres no mundo, apesar de apresentar grande potencial de prevenção e cura quando diagnosticado e tratado precocemente, o que pode reduzir a taxa de mortalidade entre as acometidas. Como não há consenso entre as medidas terapêuticas nas lesões intraepiteliais escamosas cervicais de alto grau (HSIL), buscamos discutir a conduta frente às mulheres adultas que apresentam HSIL e o seguimento após o procedimento adotado. Foi reali...

  3. Household food insecurity and excess weight/obesity among Brazilian women and children: a life-course approach Inseguridad alimentaria y exceso de peso/obesidad entre mujeres y niños brasileños: un enfoque para el transcurso de la vida Insegurança alimentar e excesso de peso/obesidade entre mulheres e crianças brasileiras: uma abordagem para o curso da vida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michael Maia Schlüssel

    2013-02-01

    que el proceso de transición nutricional en Brasil modele el efecto deletéreo de la IA en el acúmulo de grasa corporal a lo largo del transcurso de la vida, existiendo una asociación evidente entre adolescentes y adultas, sin embargo, todavía no entre niños.A insegurança alimentar (IA pode aumentar o risco de obesidade, mas os resultados não são consistentes para todos os estágios do curso da vida e entre países desenvolvidos/subdesenvolvidos. O objetivo deste artigo é revisar os resultados de análises anteriores com dados brasileiros de mulheres adultas, adolescentes do sexo feminino e crianças até cinco anos. Utilizaram-se dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde 2006. Associações entre IA, medida pela Escala Brasileira de Insegurança Alimentar e excesso de peso/obesidade foram investigadas por modelos de regressão de Poisson. IA grave está associada com obesidade entre mulheres adultas (RP: 1,49; IC95%: 1,17-1,90 e IA moderada com excesso de peso entre adolescentes do sexo feminino (RP: 1,96; IC95%: 1,18-3,27. Não houve associação entre IA e obesidade em crianças de ambos os sexos. É possível que o processo de transição nutricional no Brasil modele o efeito deletério da IA no acúmulo de gordura corporal ao longo do curso da vida, sendo a associação evidente entre adolescentes e adultas, mas ainda não entre crianças.

  4. É possível uma pedagogia das competências contra-hegemônica?: relações entre pedagogia das competências, construtivismo e neopragmatismo Is a pedagogy of counter-hegemonic competencies possible?: the relationship between pedagogy of competencies, constructivism and neo-pragmatism

    OpenAIRE

    Marise Nogueira Ramos

    2003-01-01

    Resgatando a discussão sobre a origem das competências na pedagogia e sua possível ressignificação ao subordiná-la ao conceito de qualificação como relação social, questiona-se, aqui, a possibilidade de essa noção orientar a construção de uma pedagogia contra-hegemônica. Tal questionamento é realizado analisando-se possíveis relações entre a pedagogia das competências, o (neo) pragmatismo e o chamado construtivismo radical, que podem estar fundando uma epistemologia pós-moderna, coerente com ...

  5. Deficiência de ferro na mulher adulta The iron deficiency in adult woman

    OpenAIRE

    Rodrigues,Lilian P.; Jorge,Silvia Regina P. F.

    2010-01-01

    A anemia ferropriva é a doença nutricional de maior prevalência no mundo, atingindo 20% a 30% da população. As mulheres, gestantes ou não, fazem parte dos grupos considerados vulneráveis. Entre as possíveis causas da anemia por deficiência de ferro, as perdas sanguíneas menstruais constituem o principal fator de anemia ferropriva da mulher adulta. A proposta deste estudo é rever as causas da anemia na mulher adulta, principalmente decorrente de sangramentos uterinos, assim como o diagnóstico ...

  6. A criminalização do tráfico de mulheres: proteção das mulheres ou reforço da violência de gênero? The criminalization of trafficking in women: protection of women or reinforcement of gender violence?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ela Wiecko V. de Castilho

    2008-12-01

    Full Text Available O conteúdo de 23 decisões judiciais proferidas no período de 2004 a 2008, em casos de tráfico de mulheres para a prostituição (art. 231 do Código Penal é analisado no contexto teórico da Criminologia Crítica feminista com o objetivo de verificar se os juízes avaliam o fato na perspectiva de gênero, de maneira a não reforçar a discriminação e a violência contra as mulheres. A análise revela posições ambíguas entre o respeito à liberdade sexual/dignidade humana e a proteção da moralidade pública, bem como a sobrevitimização das mulheres, o que torna duvidosa a eficácia da aplicação da lei penal na prevenção do tráfico.The content of 23 judicial decisions reached between 2004 and 2008, in cases of trafficking women for prostitution (article 231 of the Penal Code is analysed in the theoretical context of the Feminist Critical Criminology to verify if the judges evaluate the facts in the gender perspective, so that the discrimination and violence against women is not reinforced. The analysis reveals ambiguous positions between respect for sexual freedom/ human dignity and the protection of public morality, as well the overvictimization of women, which calls into question the effectiveness of the penal law enforcement in the prevention of trafficking.

  7. Enxaqueca e Estresse em Mulheres no Contexto da Atenção Primária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Leonetti Correia

    Full Text Available O presente estudo teve por objetivo verificar a associação entre enxaqueca e estresse em mulheres, assim como examinar o melhor modelo de predição da enxaqueca, considerando variáveis pessoais e do contexto ambiental. A enxaqueca foi identificada pelo Teste de Cefaleia em 75 mulheres sem antecedentes psiquiátricos. O estresse foi avaliado por meio do Inventário de Sintomas de Stress para adultos. Paralelamente, foram avaliados: eventos vitais, nível socioeconômico e características da amostra. Verificou-se que 55% das mulheres apresentaram enxaqueca e 59% sintomas de estresse. O modelo de predição identificou que o estresse foi o único preditor da enxaqueca em mulheres. Os achados mostram associação entre enxaqueca e estresse, a qual precisa ser levada em conta na assistência à saúde da mulher.

  8. Articulações entre gênero e raça/cor em situações de violência de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel da Silva Silveira

    2014-08-01

    Full Text Available Este artigo discute teoricamente as articulações entre gênero e raça/cor na temática da violência de gênero nas relações de intimidade. A fundamentação teórica é composta pelos estudos de Michel Foucault sobre as relações de poder, pelos estudos contemporâneos de gênero (Joan Scott, Heleith Saffioti, Karin Smigay e pelos estudos de raça/cor (Florestan Fernandes, Lilia Schwarcz. O trabalho de campo, envolvendo entrevistas e análise de andamento de processos judiciais, foi desenvolvido no Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher e na Delegacia da Mulher, em Porto Alegre, no período de maio de 2010 a outubro de 2011. Destaca-se como necessária a problematização sobre as formas como as questões de raça/cor se entrecruzam nos discursos sobre violência de gênero nas relações de intimidade, uma vez que a maneira como as vulnerabilidades são vividas pelas mulheres variam fortemente de acordo com suas experiências singulares de vida e com os marcadores sociais.

  9. Prevalência da violência praticada por parceiro masculino entre mulheres usuárias da rede primária de saúde do Estado de São Paulo Prevalence of violence by intimate male partner among women in primary health units in São Paulo State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Karina Rios de Araujo Mathias

    2013-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a prevalência e fatores associados à violência praticada por parceiro íntimo (VPI, entre mulheres usuárias das Unidades Básicas de Saúde (UBS do Estado de São Paulo. MÉTODOS: Foi realizado um estudo descritivo de corte transversal, a partir da análise secundária de dados de entrevista a mulheres usuárias de 75 UBS de 15 Departamentos Regionais do Estado de São Paulo, no período de Agosto/2008 a Maio/2009. Foi utilizado questionário baseado no Abuse Assessment Screen e o Conflict Tactics Scales modificado pelo Violence Against Women Study (VAW, estruturado e pré-testado. As variáveis estudadas foram os tipos de VPI (psicológica, física e sexual e variáveis sociodemográficas (idade, escolaridade, cor da pele, trabalho remunerado, religião, estado marital e classe econômica. Foram entrevistadas 2.379 mulheres de 18 a 60 anos. RESULTADOS: A prevalência de VPI durante a vida foi de 55,7%, sendo a psicológica, física e sexual de 53,8, 32,2 e 12,4%, respectivamente. As mulheres sem companheiro, mas com casamento anterior, com escolaridade PURPOSE: To evaluate the prevalence and factors associated with intimate partner violence (IPV among women users of Basic Health Units (BHU in the State of São Paulo. METHODS: This was a cross-sectional descriptive study based on secondary data analysis of women users' interviews at 75 BHU in the State of São Paulo, from August/2008 to May/2009. We used a questionnaire based on the Abuse Assessment Screen and the Conflict Tactics Scales modified by the Violence Against Women Study (VAW, structured and pre-tested. The variables studied were the types of IPV (psychological, physical and sexual and sociodemographic variables (age, education, race, paid work, religion, marital status and economic class. We interviewed 2,379 women aged 18 to 60 years. RESULTS: The prevalence of lifetime IPV was 55.7%, and the prevalences of psychological, physical and sexual IPV were 53.8, 32

  10. Violencia intrafamiliar contra las mujeres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Omar Huertas Díaz

    2012-07-01

    Full Text Available El presente texto pretende abordar el tema de violencia en contra de las mujeres desde la perspectiva familiar, es decir la violencia intrafamiliar o también llamada doméstica, entendida y afirmada desde la Corte Constitucional, como aquella violencia que causa daño o maltrato físico, psíquico o sexual, trato cruel, intimidatorio o degradante, amenaza, agravio, ofensa o cualquier otra forma de agresión, producida entre miembros de una familia, llámese cónyuge o compañero permanente, padre o madre, aunque no convivan bajo el mismo techo, ascendientes o descendientes de estos incluyendo hijos adoptivos, y en general todas las personas que de manera permanente se hallaren integrados a la unidad doméstica. Junto a ello el documento explicará de qué forma afecta esta particular clase de violencia a las mujeres, los abusos y malos tratos que la materializan, y las medidas adoptadas por el Estado Colombiano para enfrentar sus consecuencias, y por último la presentación de los conceptos que maneja la Corte Constitucional en la interpretación de dicho fenómeno.

  11. Os direitos civis das mulheres casadas no Brasil entre 1916 e 1962: ou como são feitas as leis Civil rights for married women in Brazil, from 1916 through 1962: or better, how laws are made

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Cristina de Novaes Marques

    2008-08-01

    Full Text Available A historiografia sobre transformações culturais associa modificações no modelo de família a mudanças econômicas de ordem estrutural, tal como industrialização e crescimento da população urbana. A sociedade brasileira mudou radicalmente da segunda metade do século XIX aos anos 1950. Ainda assim, foi preciso um processo de decisão amadurecido no Congresso para ajustar o país legal ao país real. Este artigo examina um aspecto dessa separação: o poder que os maridos detinham como tutores de suas esposas. Em termos metodológicos, são examinados os debates parlamentares sobre direitos de mulheres casadas em dois momentos históricos: nos anos 1930 e 1950.The branch of historiography that studies cultural changes relates modifications to family models and structural economical changes, such as industrialization and growth of urban life. Brazilian society, for instance, changed radically between the second half of the 19th Century and the 1950s. Even so, adjustments between legality and reality took a long time to mature in the Parliament. This article examines one aspect of such discrepancies between legal and real world: the tutorial power of husbands over their wives. In methodological terms, the article analyzes parliamentarian debates on women's civil rights in two moments of the history of Brazilian political institutions: in the1930s and in the 1950s. It examines which forces interacted to make institutional changes concerning women in Brazil along this period a viable option.

  12. Contra continuity and almost contra continuity in generalized fuzzy topological spaces

    Science.gov (United States)

    Bhattacharya, Baby; Chakraborty, Jayasree

    2015-05-01

    In this paper we introduce fuzzy contra continuity and almost contra continuity in generalized fuzzy topological space. Fuzzy almost contra continuity is weaker than fuzzy contra continuity in generalized fuzzy topological space. Then we investigate their characterizations and properties. We also established some equivalent relation on fuzzy contra continuity and fuzzy almost contra continuity in generalized fuzzy topological spaces.

  13. La Ciudad Contra el Campo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaramillo Ocampo Hernán

    1940-03-01

    Full Text Available La Colombia colonial regida por virreyes, alcabaleros y frailes, fundó su economía en escasas faenas pastoriles que eran más pasatiempo de nuestros abuelos que correría económica, y en el laboreo de las minas, donde la carne de los negros inflaba las arcas de los chapetones y acrecentaba el afán imperialista de España. Contra los pilones de las rocas hostiles trabajaba una recua importada, que nunca supo de la vida cristiana y cuyo sudor recogían tres o cuatro ciudades antipáticas, encaprichadas en aclimatar las costumbres hispánicas y en gozar de los lujos y prebendas propios de una nación crecida. Hispánicas, fafaracheras y endomingadas nuestras pequeñas ciudades, aparecían en un todo divorciadas de la índole misma del pueblo, de la textura de la Colombia tropical. En esta forma fuimos preparando una línea divisoria entre la ciudad y el campo. Las ciudades progresan, se fundan nuevos pueblos, la conquista se realiza abriendo la selva para plantar moradas y clavar iglesias, mientras que en el campo reina la misma e irremediable soledad. Continúa así la lucha entre la ciudad y el campo, en la cual la primera resulta siempre triunfadora. Toda la riqueza rural está garantizando el progreso y embellecimiento de nuestras urbes, Así la despoblación de los campos no es un hecho tolerado por el país, sino preparado por éste. El traslado patrimonial del campo a la ciudad ha permitido que las clases urbanas se organicen.

  14. A sociedade de rostos: Mulheres sem rosto como indício de novo humanismo nas redes sociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ISABELLE ANCHIETA

    Full Text Available Resumo Neste artigo busco entender de que forma a crescente importância da imagem humana “gradativamente individualizada” instaura e testemunha novas formas de organização e integração social no século XXI. Mostro como as imagens nas redes sociais podem agenciar mudanças na relação de poder entre os indivíduos, os Estados-nação, a cultura local e as desigualdades estereotípicas (étnicas, raciais e sexuais em defesa de algo que os transcende e os liga. Momento em que o rosto emerge como imagem da humanidade. Parto para essa reflexão de seu avesso: a ausência de uma face – drama de mulheres paquistanesas que tiveram seus rostos desfigurados por ácido por seus companheiros, uma prática cultural que se agrava desde 1999. Problematizo a circulação, o debate e a solidariedade que essa incômoda imagem despertou nas redes sociais brasileiras. Discuto de que forma a violência contra a expressão mais visível da identidade social promove uma comoção para além das fronteiras nacionais e simbólicas, instaurando a ideia de humanidade.

  15. Lovell contra Lovell

    OpenAIRE

    Canosa Benítez, Silvia

    2016-01-01

    Lovell contra Lovell es poner, uno frente a otro, los proyectos de dos maestros del siglo XX para el mismo cliente y en ubicaciones distintas en la California de los años 20. Las ideas que contienen, los conceptos de uso del suelo, la mirada de la casa y sus espacios al abierto se configuran con criterios semejantes en resoluciones plásticas próximas. Con origen en el repertorio espacial ensayado en la famosa Schindler-Chace studio-dwelling en Kings Road, Schindl...

  16. Conhecimento, consumo e acesso à contracepção de emergência entre mulheres universitárias no sul do Estado de Santa Catarina Awareness, consumption and access to emergency contraception among female university students in the south of the State of Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graziela Modolon Alano

    2012-09-01

    Full Text Available A contracepção de emergência tem sido utilizada na prevenção da gravidez não planejada. Este estudo objetivou investigar o conhecimento, o consumo e o acesso desse método entre mulheres universitárias do Sul do Estado de Santa Catarina. Trata-se de estudo observacional, transversal, aplicando-se formulário de setembro a outubro de 2008. Participaram 360 mulheres entre 18 e 45 anos, a maioria da classe econômica B2 ou superior (74,2%, onde 79,4% já haviam mantido relação sexual. Destas, 48,6% haviam utilizado a contracepção de emergência, sendo mais frequente quanto menor a idade. O método foi usado em média 2,4 vezes e 87,1% administraram-no até 24 horas após a relação sexual. Foram referidas reações adversas por 20,9% das usuárias, sendo as mais comuns, alterações menstruais (44,8% e náuseas (44,8%. Os principais motivos para o uso do método foram: não uso do preservativo (44,6% e rompimento do mesmo (39,6%. Das entrevistadas, 15,0% não souberam responder ou responderam de modo errado à questão sobre a não prevenção de Doença Sexualmente Transmissível pelo método e 97,8% negaram ter alterado o método utilizado rotineiramente. Apenas 2,9% das mulheres adquiriram o medicamento mediante prescrição médica e 35,3% receberam orientações no momento da compra.The scope of this study was to investigate knowledge about and access to emergency contraception among female university students in the south of the State of Santa Catarina. A cross-sectional observational study was conducted between September and October 2008, in which a questionnaire was given to 360 women aged 18 to 45 years. Most belonged to the B2 economic class or higher (74.2% and 79.4% of them had already had intercourse. Of these, 48.6% had used emergency contraception, though this was more frequent among younger women. Emergency contraception was used 2.4 times, and 87.1% had used contraceptive methods within 24 hours after intercourse

  17. Correlação entre parâmetros clínicos e qualidade de vida relacionada à saúde em mulheres com DPOC Correlation between clinical parameters and health-related quality of life in women with COPD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilton Maciel Mangueira

    2009-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Correlacionar a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS de mulheres portadoras de DPOC com parâmetros clínicos e com a distância percorrida no teste de caminhada de seis minutos (TC6. MÉTODOS: Estudo transversal com 30 mulheres portadoras de DPOC leve ou moderada, atendidas no Ambulatório de Pneumologia do Hospital Universitário Presidente Dutra. Foi aplicado o Saint George's Respiratory Questionnaire (SGRQ, assim como foram realizadas as medidas das pressões respiratórias, da espirometria e dos resultados do TC6. Executou-se a análise estatística descritiva, assim como o teste t de Student para variáveis dependentes, o coeficiente linear de Pearson para correlações de variáveis numéricas e o de Spearman para variáveis ordinais. RESULTADOS: A QVRS esteve, na grande maioria das mulheres entrevistadas, comprometida, em graus variados, de acordo com o escore total do SGRQ. Os escores totais do SGRQ da maioria das participantes estavam entre o segundo e o terceiro quartil, o que reflete baixa QVRS. As participantes apresentaram ainda baixa capacidade funcional no TC6, com distância média percorrida (317,7 m e força muscular inspiratória (-53,48 cmH2O e expiratória (69,5 cmH2O abaixo dos valores de normalidade. Não houve correlação entre a QVRS e o índice de massa corpórea e a função pulmonar. No entanto, houve correlação linear negativa com a idade, a PImáx e o TC6 e correlação positiva com a sensação de dispneia e de fadiga. CONCLUSÕES: A QVRS medida pelo SGRQ das pacientes com DPOC desta pesquisa esteve muito comprometida, de modo a provocar limitações graves na funcionalidade, no controle da respiração e na vida pessoal.OBJECTIVE: To correlate health-related quality of life (HRQL of women with COPD with clinical parameters and with the six-minute walk distance (6MWD; six-minute walk test. METHODS: Cross-sectional study involving 30 female patients diagnosed with mild or moderate COPD treated

  18. contra la pobreza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ezaidi A.

    2007-01-01

    Full Text Available El conjunto del territorio marroquí encierra un rico patrimonio geológico esencialmente térmico y mineral. La explotación de este patrimonio nacional con fines terapéuticos puede desempeñar un papel económico y social importante para la creación de empleo, sobre todo en las zonas áridas y saharianas que sufren la sequía, la desertificación y la emigración de los jóvenes que habitan en zonas rurales. En el marco la Declaración del Milenio de las Naciones Unidas invitando a las naciones del mundo a contribuir de manera prioritaria en la lucha contra la pobreza y la extrema pobreza, se inserta nuestra propuesta, para los sectores más desprovistos, de un turismo de salud como la clave para asociar la lucha contra la pobreza y el turismo sostenible, sin desvirtuar el patrimonio natural ni condenarlo a la desaparición. Nuestro artículo se inscribe asimismo en el marco de la Iniciativa Nacional para el Desarrollo Humano (INDH que sitúa el ciudadano como objetivo de las estrategias de desarrollo y factor prioritario del mismo.

  19. Relação entre variáveis da composição corporal e densidade mineral óssea em mulheres idosas Relación entre las variables de la composición corporal y la densidade mineral ósea en mujeres añosas Relationship between variables of body composition and mineral bone density in elder women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Moreira Chaves

    2005-12-01

    Full Text Available Na literatura, há controvérsias sobre a importância da massa corporal total (MCT, da massa magra (MM e da massa gorda (MG como determinantes da densidade mineral óssea (DMO em mulheres idosas. OBJETIVOS: Determinar a relação da DMO com a MCT, MM e MG em mulheres idosas. MÉTODOS: Foram estudadas 97 mulheres com idade entre 60-70 anos e média de 66,41 ± 4,82 anos. Nenhuma participante fazia uso de hormônios ou qualquer outro medicamento que pudesse afetar o metabolismo ósseo, assim como não tinham o hábito de fumar ou de ingerir bebidas alcoólicas. A composição corporal e a DMO do colo femoral (CF e da coluna lombar (CL foram medidas através da DXA, um DPX-IQ lunar. As relações entre MCT, MM e MG e a DMO do CF e da CL foram realizadas separadamente, através da análise de regressão linear. A análise de regressão múltipla foi utilizada para determinar a contribuição da MCT, MM e MG sobre a DMO do CF e da CL. RESULTADOS: A MCT mostrou-se fortemente correlacionada com a DMO do CF e da CL (r = 0,54, p = 0,01 e r = 0,37, p = 0,01, respectivamente, do que a MG (r = 0,30, p = 0,01 e r = 0,19, p = 0,06, respectivamente e MM (r = 0,44, p = 0,01 e r = 0,26, p = 0,05, respectivamente. CONCLUSÃO: A MCT e a MM foram os componentes corporais que mantiveram relação significativa com a DMO do CF e da CL. A MG mostrou correlação fraca com a DMO do CF e da CL, não sendo estatisticamente significativa neste último sítio. Assim, a MCT e a MM são, entre as variáveis da composição corporal, as que mais significativamente determinam a DMO em mulheres idosas.En la literatura, hay controversias sobre la importancia de la masa corporal total (MCT, la masa magra (MM, y la masa grasa (MG como decisivas sobre la estimación de la densidad mineral osea (DMO en las mujeres mayores. OBJETIVO: Determinar la relación de DMO con MCT, MM y MG en las mujeres mayores. MÉTODOS: Se estudiaron 97 mujeres con la edad entre 60 -70 años de promedio

  20. Correlação entre postura da cabeça, intensidade da dor e índice de incapacidade cervical em mulheres com queixa de dor cervical Correlation between head posture, pain and disability index neck in women with complaints of neck pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Corrêa Soares

    2012-03-01

    Full Text Available A dor cervical é o sintoma mais comum das disfunções cervicais, frequentemente relacionado à manutenção de posturas inadequadas. As alterações posturais da cabeça estão associadas à ocorrência de dor cervical, sendo a anteriorização a alteração mais comum. O objetivo foi investigar a correlação entre postura da cabeça, intensidade da dor e índice de incapacidade cervical - neck disability index (NDI. O grupo estudo (GE foi composto por mulheres na faixa entre 20 e 50 anos com queixas de dor cervical por mais de três meses, e o grupo controle (GC, por mulheres assintomáticas. A intensidade da dor foi avaliada pela escala visual analógica (EVA, a incapacidade pelo NDI e a postura da cabeça pelo ângulo craniovertebral (CV. A normalidade dos dados foi verificada pelo teste de Lilliefors, e a comparação entre os grupos pelo teste t de Student para amostras independentes e a associação entre as variáveis pela correlação de Spearman. O nível de significância foi de 5%. O GE apresentou médias menores para o ângulo CV (p=0,02. O ângulo CV demonstrou correlação negativa com a EVA (r=-0,48 e o NDI (r=-0,15, sugerindo que quanto menor o ângulo, maior a intensidade da dor e a incapacidade cervical. O NDI e a EVA apresentaram correlação positiva (r=0,59. O ângulo CV em indivíduos com dor cervical foi significativamente menor que em assintomáticos, apresentando correlação moderada com o NDI e a dor.Neck pain is the most common symptom of cervical dysfunctions often being related to the maintenance of postures. Postural changes of the head are often associated with the occurrence of neck pain with an anterior approach was the most frequent. The purpose was to investigate the correlation between head posture, pain intensity and neck disability index. The study group (SG was composed of women, aged between 20 and 50 years who complained of neck pain for more than three months, and the control group (CG for

  1. Diferenças na prevenção da Aids entre homens e mulheres jovens de escolas públicas em São Paulo, SP Differences in AIDS prevention among young men and women of public schools in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Antunes

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Estudar as práticas sexuais de risco para a infecção pelo HIV de estudantes adultos jovens (18 a 25 anos de escolas públicas noturnas e avaliar as diferenças de gênero e o impacto de um programa de prevenção de Aids. MÉTODOS: Estudo longitudinal de intervenção, em quatro escolas da região central do Município de São Paulo, SP, divididas aleatoriamente em dois grupos: intervenção e controle. Uma amostra de 394 estudantes participou do estudo, e 77% completaram o questionário pós-intervenção. Realizaram-se "Oficinas de Sexo Mais Seguro" para discutir simbolismo da Aids, percepção de risco, influências das normas de gênero nas atitudes, informações sobre Aids, corpo erótico e reprodutivo, prazer sexual e negocia��ão do uso do preservativo. Para a análise estatística, foram empregados os testes qui-quadrado de Pearson e a análise de co-variância. RESULTADOS: A freqüência do uso consistente de preservativo foi baixa (33%, e existiam diferenças significativas entre homens e mulheres com referência à sexualidade e à prevenção de Aids. Ao avaliar os efeitos das oficinas, as mudanças foram estatisticamente significativas entre as mulheres, que relataram maior proporção de sexo protegido entre outros aspectos relacionados à prevenção da Aids. As mudanças não foram significativas entre os homens. CONCLUSÕES: O risco para a infecção pelo HIV pode ser diminuído, mas resultados mais expressivos podem ser encontrados se forem consideradas as diferenças de gênero e de papéis sexuais por meio de programas comunitários específicos de longa duração.OBJECTIVES: To investigate risk sexual for HIV infection among young adult night school students (18 to 25 years old and to assess gender differences in sexual practices and the impact of AIDS prevention program. METHODS: A longitudinal intervention study was carried out among students of four public inner-city night schools, in the city of S

  2. O corpo da mulher contemporânea em revista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiane Moura Nascimento

    2012-08-01

    Full Text Available O corpo emergiu como "o mais belo objeto" na contemporaneidade, sob a regência do capitalismo. A sociedade de consumo, do espetáculo, do narcisismo são expressões da cultura contemporânea, que através da mídia influencia os hábitos de consumo e principalmente a subjetividade feminina. O corpo feminino é mostrado frequentemente na televisão e nas revistas femininas, como expressão do corpo-beleza. Para atingir os objetivos propostos neste artigo, que são investigar a influência da mídia na subjetividade feminina e investigar o lugar cultural criado à mulher e a seu corpo na contemporaneidade, foi utilizado o "método investigativo" da psicanálise. Uma revista feminina brasileira e uma propaganda (desta revista de um produto de uso exclusivo das mulheres foram escolhidas como objeto. Na análise, encontrou-se uma forte relação entre mercado consumidor, mulher, e consumo de si, o que demonstrou que o lugar criado à mulher é realmente a mídia, a publicidade e o mercado consumidor.

  3. Depressão e síndromes isquêmicas miocárdicas instáveis: diferenças entre homens e mulheres Depression and acute coronary syndromes: gender-related differences

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Glória Heloise Perez

    2005-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar, em portadores de Síndromes Isquêmicas Miocárdicas Instáveis (SIMI estratificados por sexo, se características sociodemográficas, diagnóstico clínico, tabagismo, consumo de álcool e ansiedade estão associados com depressão. MÉTODOS: Foram entrevistados 345 pacientes consecutivos com SIMI (206 com infarto agudo do miocárdio e 139 com angina instável. As entrevistas incluíram questões sobre características sociodemográficas, tabagismo, avaliação de depressão (Prime MD e BDI, de ansiedade traço e ansiedade estado (IDATE, e de consumo de álcool (AUDIT. RESULTADOS: O diagnóstico de depressão se correlacionou, significativamente, com sexo feminino, idade inferior a 50 anos e escores médios mais elevados de ansiedade traço e ansiedade estado. Os homens (245 com depressão eram freqüentemente mais jovens que 50 anos, fumantes, e apresentavam escore médio de ansiedade traço e ansiedade estado mais elevado que os não deprimidos. A análise multivariada aponta que, no sexo masculino, idade está negativamente associada (OR 0,9519, 95% IC 0,9261 - 0,9784 e escores mais altos de ansiedade traço estão positivamente associados (OR 1,0691 95% IC 1,0375 - 1,1017 com depressão. Na amostra feminina (100, mulheres com depressão diferenciam-se das sem depressão por apresentarem escore médio mais alto de ansiedade traço e de ansiedade estado. Na análise multivariada da amostra feminina, escore mais alto de ansiedade traço associou-se de forma independente à depressão (OR 1,1267 95% IC 1,0632-1,1940. CONCLUSÃO: Conclui-se que, em pacientes hospitalizados com SIMI, as mulheres, os homens com menos de 50 anos e os ansiosos têm mais chance de apresentarem depressão.OBJECTIVE: Investigate whether social and demographic characteristics, clinical diagnosis, smoking status, alcohol consumption, and anxiety are associated with depression in patients with Acute Coronary Syndromes (ACS stratified by gender

  4. Ingestão calórica e relações entre ingestão proteica e variáveis de adiposidade em mulheres adultas
    Energy and protein intake and adiposity in women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. A. ESTEVES

    2011-04-01

    Full Text Available

    A alta ingestão calórica favorece o acúmulo de gordura corporal. Adicionalmente, evidências sugerem que uma maior ingestão proteica pode auxiliar no controle do peso corporal. Assim, objetivou-se neste estudo avaliar a ingestão calórica e as relações entre ingestão proteica e variáveis de adiposidade em mulheres adultas. Determinou-se o Índice de Massa Corporal (IMC, a circunferência da cintura (CC e o percentual de gordura corporal (%GC. A ingestão calórica e proteica foi avaliada utilizando três recordatórios de 24 horas. Foram feitas correlações entre IMC, CC e %GC, e ingestão proteica. A ingestão média de calorias representou 88,36% das necessidades estimadas, mas os valores de IMC foram compatíveis com ingestão calórica excessiva em longo prazo para 42,8% das voluntárias. A ingestão proteica (g foi superior (p<0,05 nas eutróficas em comparação às com excesso de peso. Nenhuma diferença em calorias desse macronutriente foi observada entre as mesmas. Correlação signifi cativa não foi encontrada entre as variáveis analisadas. Portanto, sugere-se que, para haver efeito na adiposidade, a ingestão calórica de proteínas deve ser ≥ 25% da ingestão calórica diária, o que não foi verifi cado, já que a maioria consumiu menos de 20%. Erros inerentes ao método de avaliação da ingestão alimentar também podem explicar em parte esses resultados.

  5. TAXA DE DESENVOLVIMENTO DE FORÇA E ATIVAÇÃO NEURAL EM MULHERES PÓS-MENOPAUSADAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Piettra Moura Galvão Pereira

    Full Text Available RESUMO Introdução: O envelhecimento associa-se à redução da velocidade de contração e ativação das fibras musculares, influenciando a aptidão física e o desempenho funcional. Objetivo: Verificar o comportamento da taxa de desenvolvimento de força (TDF e ativação neural em mulheres pós-menopausadas. Métodos: Vinte e quatro mulheres pós-menopausadas (63,2 ± 5,6 anos; 154,5 ± 7,3 cm e 64,7 ± 7,6 kg, funcionalmente independentes e fisicamente ativas, foram submetidas simultaneamente, à mensuração da força isométrica máxima e dos sinais eletromiográficos (EMG dos seguintes músculos: vasto lateral (VL, reto femoral (RF e vasto medial (VM, durante uma extensão unilateral do joelho do membro dominante. Tais resultados foram utilizados para calcular a TDF, o impulso contrátil, em intervalos de 20 ms nos primeiros 200 ms da contração muscular pelo uso da curva força/tempo, a taxa de ativação EMG (TAE e a amplitude média EMG, em intervalos de 40 a 80 ms do início da integração EMG pelo uso da curva EMG/tempo. Resultados: Os valores da força variaram entre 29,19 a 86,04 N.m; a TDF variou de 1459,42 N.m.s-1 para 430,21 N.m.s-1 em 20 ms e 200 ms respectivamente, apontando valores decrescentes com o tempo; para o impulso foram observados valores entre 0,65 a 11,07 N.m.s; na mesma direção da TDF, a TAE apresentou valores decrescentes para o VL (1676,08 a 844,41 µVs-1, para o RF (1320,88 a 637,59 µVs-1 e para o VM (1747,63 a 914,09 µVs-1 em 20 e 200 ms, enquanto a amplitude EMG média teve valores de 33,77 a 50,32 µV para o VL, de 24,93 a 38,07 µV para o RF e de 37,07 a 54,78 µV para o VM em 40 ms e 80 ms, respectivamente. Conclusão: Em mulheres pós-menopausadas, a velocidade de aumento, a manutenção da força e a ativação EMG não são suficientes para manter TDF e TAE crescentes, demonstrando um possível risco de incapacidades funcionais e ocorrência de quedas.

  6. Correlação entre a idade e a contagem dos folículos antrais em mulheres inférteis Correlation between age and antral follicles count in infertile women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Camelo de Castro

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Construir um nomograma correlacionando a idade com diferentes valores dos percentis da contagem dos folículos antrais (CFA em mulheres inférteis. MÉTODOS: Foi feito um estudo transversal de todas as pacientes atendidas, no centro de reprodução assistida Fêmina, no período de 1º de março de 2010 a 1º de outubro de 2011. As pacientes foram submetidas à ultrassonografia transvaginal do 2º ao 4º dias de seu ciclo menstrual. Foram incluídas as pacientes de 21 a 45 anos, com ciclos regulares, dois ovários íntegros, sem evidência de endocrinopatias e que assinaram o consentimento. Foram excluídas as tabagistas, portadoras de galactosemia, cistos ovarianos, com antecedente de hepatopatia, cirurgia ginecológico-ovariana e tratamento com quimioterapia ou radioterapia. Com o intuito de se verificar a correlação da CFA com a idade das pacientes, foram utilizados os percentis 5, 25, 50, 75 e 95. Com o uso dos percentis foi feita uma regressão linear que possibilitasse perceber o efeito da idade sobre a CFA. Foi utilizado como nível de significância o valor de 5% (pPURPOSE: To produce age-related nomograms for ovarian antral follicle count (AFC in infertile women. METHODS: It was done a cross-sectional study of patients attended in the center of assisted reproduction Fêmina, from March 2010 to October 2011. The patients were submitted to transvaginal ultrasonography from day 2 to day 4 of their menstrual period. Patients included were between 21 to 45 years old, with regular menses, two healthy ovaries, without any evidence of endocrinopathies and who gave written informed consent. Patients excluded were smokers, with galactosemia or ovarian cysts, with antecedents of liver disease, ovarian surgeries or who were treated with chemotherapy or radiotherapy. In order to check the evolution of the AFC in relation to patient age, we used the 5th, 25th, 50th, 75th and 95th percentiles. Linear regression was carried out using these

  7. Representações acerca da mulher-professora: entre relatos históricos e discursos atuais - Representations of the female teacher: between historical reposrts and nowadays speeches

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milena Cristina Aragão

    2011-07-01

    Full Text Available O presente estudo investigou a relação entre as representações construídas historicamente acerca do papel docente feminino, com discursos de professoras na atualidade, a fim de examinar suas decorrências na construção da identidade docente. Para tanto, foi realizado um garimpo nas representações presentes em atas e periódicos da primeira escola Normal de Caxias do Sul/RS, inaugurada em 1930. Em seguida, tais discursos foram relacionados às narrativas de docentes na atualidade, problematizando permanências e mudanças. Os resultados evidenciaram forte vínculo entre os discursos históricos e contemporâneos, fazendo menção à educação como vocação associada à maternidade. A comunicação foi concluída com uma reflexão acerca das possíveis repercussões destas representações no ser e agir docente.Palavras-chave: história da educação, feminização do magistério, representações, discursos. REPRESENTATIONS OF THE FEMALE TEACHER: BETWEEN HISTORICAL REPOSRTS AND NOWADAYS SPEECHESAbstractThe present study investigated the relation between representations historically constructed about the role of female teachers, with teachers speeches nowadays, examinating its consequences in the construction of teacher identity. This research was conducted in a mining representations present in the minutes and journals of the first Normal School of Caxias do Sul/RS, which was inaugurated in 1930. Then such statements were related to narratives of teachers today, discussing continuities and changes. The results   showed a strong link between the historical and contemporary speeches, referring to education as a vocation related to motherhood. The communication was concluded with a discussion concerning the possible consequences of these representations in the pedagogical practice.Key-words: history of education, female teacher, cultural representations, speeches. REPRESENTACIONES DE LAS MAESTRAS: ENTRE LOS RELATOS HISTÓRICOS Y LOS

  8. Prática rotineira da episiotomia refletindo a desigualdade de poder entre profissionais de saúde e mulheres Práctica rutinaria de episiotomía que refleja la diferencia de poder entre los profesionales de la salud y las mujeres Routine practice of episiotomy reflects the difference of power between health professionals and women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaqueline de Oliveira Santos

    2008-12-01

    Full Text Available A episiotomia constitui-se no procedimento operatório mais comum na obstetrícia moderna, devendo ser realizada com consentimento informado da mulher. Objetivando identificar o conhecimento e a participação das mulheres nas decisões obstétricas, realizou-se um estudo qualitativo com mulheres submetidas a episiotomia durante o parto em um Hospital Escola no interior de Minas Gerais. A observação participante e a entrevista foram empregadas como meios para a coleta de dados. Da análise das 16 entrevistas, evidenciou-se que as mulheres apresentam déficit de conhecimento relacionado à intervenção. A observação demonstrou que a episiotomia foi realizada sem informação e sem autorização prévia das participantes do estudo, revelando a relação de autoridade exercida pelos profissionais durante a assistência ao parto. Emergiu a concepção de que a prática rotineira da episiotomia representa o poder exercido pelos profissionais de saúde perante o corpo feminino, destituindo a mulher de poder decisório.La episiotomia consiste en el procedimiento quirurgico más común de la obstetrícia moderna. Deberia ser realizada con permiso previo de la mujer. El objetivo principal de este estudio es identificar el conocimiento y la participación de las mujeres durante las decisiones obstétricas . Fue realizado un estudio cualitativo con mujeres que fueron sometidas a episiotomía durante el parto en un Hospital Escuela en el interior de Minas Gerais. Se utilizó la observación participante y la entrevista para la recolección de los datos. Del análisis de las 16 entrevistas fue probado que las mujeres no cuentan con el conocimiento básico sobre la cirugía El observación demostró que la episiotomía fue realizada sin la información requerida y sin la autorización de las participantes del estudio , demonstrando la relación de la autoridad ejercida por los profesionales durante el parto. Surge asi, la concepción de que la pr

  9. Mudanças no desenvolvimento temporal da força em mulheres de diferentes faixas etárias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josária Ferraz Amaral

    2015-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: redução na força e na velocidade da contração muscular são duas das maiores causas de debilidade funcional em idosos. OBJETIVO: analisar as mudanças relacionadas à idade no desenvolvimento temporal da força de preensão manual e dos extensores do joelho em mulheres. MÉTODOS: a amostra foi constituída por 52 mulheres subdivididas em três grupos (JO. n=24, 25,2±3,7 anos; MI. n=13, 58±4,2 anos; ID. n=15, 71,3±3,9 anos. Os testes realizados foram o de preensão manual e o de extensão do joelho. Foram executadas três tentativas de esforço isométrico máximo em cada teste, e a curva com o valor máximo de força foi selecionada para análise por meio de um algoritmo desenvolvido em linguagem Matlab(r. A massa livre de gordura (MLG foi avaliada por meio da absortometria radiológica de dupla energia. RESULTADOS: foram observados entre os grupos valores semelhantes de força (p=0,831 e MLG do membro superior (p=0,207. A taxa de desenvolvimento da força (TDF foi menor nos intervalos iniciais da contração muscular (0-50 e 0-100ms nos grupos MI (p=0,005 e p=0,000, para 50ms e 100ms, respectivamente e ID (p=0,003 e p=0,000, para 50ms e 100ms, respectivamente. A MLG e a força do membro inferior foram menores nos grupos MI (p=0,006, p=0,014, respectivamente e ID (p0,05, porém, menor no grupo ID (p<0,05 em comparação ao JO, em todos os intervalos analisados. CONCLUSÃO: os resultados deste estudo sugerem que os grupos musculares dos membros superiores e inferiores possam ser afetados em diferentes magnitudes pelo envelhecimento. As diferenças entre os membros podem estar relacionadas à quantidade e qualidade das atividades físicas realizadas.

  10. Literatura contra desarraigo.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Xosé A. Perozo Ruiz.

    2008-01-01

    Full Text Available Las reflexiones contenidas en Literatura contra desarraigo son una clara interpretación propia realizadas por Xosé A. Perozo. Nacidas del ejercicio literario constante y productivo nos acerca a conceptos actuales como el nacionalismo o la España de las Autonomías. Desde la lejanía, asistimos a la recuperación de la memoria social extremeña, que se trasluce en las novelas del autor son expuestas de manera biográfica en este artículo metaliterario, donde se detiene en la saga de Los Lancharro, o el personaje de Cerrato, ambientadas en la zona geográfica de la Campiña Sur de la Guerra Civil y posguerra.

  11. As hiper mulheres kuikuro: apontamentos sobre cinema, corpo e performance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice Fátima Martins

    2014-12-01

    Full Text Available Neste texto são trazidas à pauta algumas questões situadas no entrecruzamento de campos teórico-conceituais que incluem algumas discussões caras à cultura contemporânea. As relações entre corpo, memória e devir são abordadas a partir dos conceitos de performance, ritual e jogo. As análises são ancoradas no filme Itão kuegü: as hiper mulheres (2011, de Takumã Kuikuro, Carlos Fausto e Leonardo Sette, consideradas as circunstâncias de sua realização e veiculação, a narrativa fílmica e a presença das mulheres, que protagonizam o trabalho.

  12. Cidadania e feminismo no reconhecimento dos direitos humanos das mulheres

    OpenAIRE

    2012-01-01

    Este artigo examina ações de cidadania e de proteção dos direitos humanos das mulheres. Aborda a articulação global de movimentos de mulheres e feministas e o seu impacto na configuração de acordos internacionais e agendas públicas nacionais nos três últimos decênios. A análise busca a conexão entre estudos feministas, de gênero e de capital social para refletir sobre os padrões de inserção política feminina nos âmbitos mundial e brasileiro, avaliar os sentidos e significados dessa participaç...

  13. Relación entre el consumo abusivo de alcohol y la violencia ejercida por el hombre contra su pareja en la unidad de valoración integral de violencia de género (UVIVG) de Sevilla

    OpenAIRE

    C. Llopis Giménez; Rodríguez García, M.I.; I. Hernández Mancha

    2014-01-01

    Se ha estudiado la posible relación entre el consumo de alcohol y la violencia ejercida por el hombre hacia la mujer con la que mantiene o ha mantenido relación sentimental, en una muestra de 50 parejas analizadas en la Unidad de Valoración Integral de Violencia de Género (UVIVG) de Sevilla, a lo largo de los años 2013 y 2014. Para ello se ha empleado una entrevista estructurada creada ad hoc, así como los cuestionarios MINI, MALT y CAGE. De las 50 parejas, en 25, las mujeres que denunciaron ...

  14. INTERFACES ENTRE APRENDIZAGENS E EXPECTATIVAS DE VIDA E EXPERIÊNCIAS ESCOLARES DE MULHERES ENCARCERADAS: ENFRENTANDO A REALIDADE DA REINTEGRAÇÃO SOCIAL INTERFACES. BETWEEN LEARNING AND LIFE EXPECTATIONS AND SCHOOL EXPERIENCE OF IMPRISONED WOMEN: FACING UP TO THE REALITY OF SOCIAL REINTEGRATION

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helen Halinne Rodrigues de Lucena

    2013-05-01

    Full Text Available Nos últimos anos, a educação da pessoa privada de liberdade foi colocada na pauta político-educativa brasileira como um direito subjetivo. Apostou-se nela como ferramenta indispensável para a chamada reintegração social da pessoa encarcerada, porquanto pode contribuir para diminuir os índices alarmantes de reincidência. Neste artigo, refletimos sobre a problemática da reintegração com base nas histórias de vida narradas por mulheres presas em um presídio de João Pessoa – PB. Sem negar a importância da proposta pedagógica que a escola do presídio oferece, consideramos necessário estabelecer um diálogo entre as aprendizagens de vida e a experiência escolar da mulher antes de ser presa; as aprendizagens da prisão e suas expectativas e/ou planos para a vida em liberdade ao concluir a sentença e buscar se inserir numa sociedade regida por preconceitos sociais ainda enraizados. Questionamos se a escola prepara as mulheres para um mundo real ou para um mundo ilusório. De acordo com os depoimentos das mulheres, verificamos as inúmeras dificuldades que a escola da prisão enfrenta, para garantir às encarceradas o ideal ressocializador necessário ao enfrentamento do mundo real dentro e fora das grades. Também concluímos que, na prisão, é preciso investir em projetos e programas que estabeleçam mais articulação entre educação e trabalho e que contribuam para que a sociedade participe mais das proposições e ações voltadas aos ideais de reintegração social dessa população. Consideramos esse apartheid social também uma questão educacional que precisa ser aprofundada em âmbito acadêmico e enfrentada politicamente.In recent years, the education of people deprived of their freedom was placed on the political-educational agenda in Brazil as a subjective right. Great faith was placed in it as an indispensable tool for the so-called social reintegration of the imprisoned person, with its potential of contributing to

  15. O uso prolongado de benzodiazepínicos em mulheres de um centro de convivência para idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Huf

    Full Text Available Apesar das recomendações contra o uso prolongado de benzodiazepínicos em idosos, as pesquisas indicam que o uso desses medicamentos aumenta com a idade. O padrão de uso de benzodiazepínicos e os fatores associados ao uso prolongado destes foram examinados com base em um questionário padronizado, aplicado a 634 mulheres com mais de sessenta anos, participantes de um centro de convivência para idosos no Rio de Janeiro, entre maio de 1992 e dezembro de 1995. A prevalência de uso de benzodiazepínicos na última quinzena foi estimada em 21,3% (IC 95% 18,1-24,5, e a prevalência de uso diário por 12 meses ou mais em 7,4% (IC 95% 5,4-9,4. Em uma análise multivariada, o número de medicamentos consumidos mostrou uma associação importante e progressiva com o uso prolongado de benzodiazepínicos, com OR = 2,77 (IC 95% 1,17-6,57 para aquelas que consomem entre quatro a seis medicamentos e OR = 7,62 (IC 95% 3,18-18,26 para aquelas que consomem mais de sete medicamentos. Queixas de insônia (OR = 8,87 IC 95% 2,53-31,06 e cefaléia (OR = 3,53 IC 95% 1,82-6,89 também estiveram fortemente associadas a este padrão de uso.

  16. Metabolic and clinical comparative analysis of treadmill six-minute walking test and cardiopulmonary exercise testing in obese and eutrophic women Análise clínica e metabólica comparativa entre o teste de caminhada de seis minutos e o teste de exercício cardiopulmonar em mulheres obesas e eutróficas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Di Thommazo-Luporini

    2012-12-01

    : Analisar e comparar respostas cardiopulmonares, metabólicas e subjetivas durante um teste de esforço cardiopulmonar e um teste de caminhada de seis minutos na esteira em mulheres obesas e eutróficas. MÉTODO: Foram incluídas 29 mulheres com idades entre 20 e 45 anos. Catorze voluntárias foram alocadas no grupo de obesas e 15, no grupo de eutróficas. Foram realizadas medidas antropométricas e de composição corporal. RESULTADOS: Em ambos os testes, as obesas apresentaram maiores valores de consumo absoluto de oxigênio, ventilação-minuto e pressão arterial sistólica e diastólica; ainda apresentaram menor velocidade de caminhada, distância percorrida e consumo de oxigênio relativo, quando comparadas com as eutróficas. Durante o teste máximo de exercício, a dispneia percebida foi maior e o quociente respiratório menor nas obesas em relação às eutróficas. Durante o teste submáximo, produção de dióxido de carbono, volume corrente e frequência cardíaca foram maiores nas obesas, comparadas às eutróficas. Houve forte correlação entre a frequência cardíaca e moderada correlação entre o consumo de oxigênio no pico dos testes. A frequência cardíaca obtida no teste submáximo aplicado foi capaz de predizer a frequência cardíaca obtida no teste máximo. Os gráficos de Bland-Altman demonstraram concordância entre os testes para identificar parâmetros metabólicos e fisiológicos no pico do exercício. CONCLUSÃO: O teste de caminhada de seis minutos induziu respostas ventilatórias, metabólicas e cardiovasculares concordantes com as do teste máximo, provando ser importante na rotina de avaliação funcional fisioterápica de mulheres obesas.

  17. Metabolic and clinical comparative analysis of treadmill six-minute walking test and cardiopulmonary exercise testing in obese and eutrophic women Análise clínica e metabólica comparativa entre o teste de caminhada de seis minutos e o teste de exercício cardiopulmonar em mulheres obesas e eutróficas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Di Thommazo-Luporini

    2012-01-01

    : Analisar e comparar respostas cardiopulmonares, metabólicas e subjetivas durante um teste de esforço cardiopulmonar e um teste de caminhada de seis minutos na esteira em mulheres obesas e eutróficas. MÉTODO: Foram incluídas 29 mulheres com idades entre 20 e 45 anos. Catorze voluntárias foram alocadas no grupo de obesas e 15, no grupo de eutróficas. Foram realizadas medidas antropométricas e de composição corporal. RESULTADOS: Em ambos os testes, as obesas apresentaram maiores valores de consumo absoluto de oxigênio, ventilação-minuto e pressão arterial sistólica e diastólica; ainda apresentaram menor velocidade de caminhada, distância percorrida e consumo de oxigênio relativo, quando comparadas com as eutróficas. Durante o teste máximo de exercício, a dispneia percebida foi maior e o quociente respiratório menor nas obesas em relação às eutróficas. Durante o teste submáximo, produção de dióxido de carbono, volume corrente e frequência cardíaca foram maiores nas obesas, comparadas às eutróficas. Houve forte correlação entre a frequência cardíaca e moderada correlação entre o consumo de oxigênio no pico dos testes. A frequência cardíaca obtida no teste submáximo aplicado foi capaz de predizer a frequência cardíaca obtida no teste máximo. Os gráficos de Bland-Altman demonstraram concordância entre os testes para identificar parâmetros metabólicos e fisiológicos no pico do exercício. CONCLUSÃO: O teste de caminhada de seis minutos induziu respostas ventilatórias, metabólicas e cardiovasculares concordantes com as do teste máximo, provando ser importante na rotina de avaliação funcional fisioterápica de mulheres obesas.

  18. Violência contra idosos no ambiente doméstico: prevalência e fatores associados (Recife/PE Violence against the elderly in the home environment: prevalence and associated factors (Recife, State of Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrezza Marques Duque

    2012-08-01

    Full Text Available Este artigo teve como objetivo de determinar a prevalência e os fatores associados à violência doméstica contra pessoas idosas. Estudo de corte transversal com 274 sujeitos, com 60 anos ou mais, de ambos os sexos. Os dados foram coletados por meio de entrevistas nos domicílios ou nas USF a partir de roteiro estruturado em três blocos: questionário com informações biodemográficas e sociodemográficas; duas escalas de avaliação e; instrumento para identificação de violência. Entre os entrevistados, 20,8% relataram ter sofrido pelo menos um dos tipos de violência em seu ambiente doméstico. Observou-se associação entre os que moravam com um número maior de indivíduos, entre as mulheres e idosos dependentes para as atividades instrumentais da vida diária. Após o modelo de regressão logística, apenas as variáveis sexo e arranjo familiar mostraram-se associadas significativamente, havendo evidência de maior ocorrência entre os que coabitavam com seis ou mais moradores e as mulheres. Estes achados evidenciam a magnitude e gravidade do problema e alerta para a necessidade de ações no combate à violência contra a pessoa idosa.The scope of this paper was to determine the prevalence and factors associated with domestic violence against the elderly. It is a cross-sectional study with 274 subjects, aged 60 years or more, of both sexes. Data were collected through interviews at home or in the USF based on a script structured in three parts: questionnaire with socio-demographic and bio-demographic information, two rating scales and a tool for identifying abuse. Among the respondents, 20.8% reported having experienced at least one type of violence in their home environment. An association was revealed between those living with a greater number of individuals, among women and elderly people who are dependent for day-to-day activities. After applying the logistic regression model, only the variables of sex and family configuration

  19. Significados e influências da violência de gênero e da lei maria da penha: Relatos de experiências de mulheres em uma delegacia.

    OpenAIRE

    Soares, Maria Cidney da Silva

    2012-01-01

    Sabemos que a violência contra a mulher existe desde os primórdios da humanidade, sendo resultado de relações de poder historicamente desiguais em relação aos homens, que avançaram para a dominação e discriminação da classe feminina, restringindo o pleno desenvolvimento da mulher. Implicações na saúde física, psicológica e social da mulher são algumas das consequências inerentes desse problema. Diante disso, o presente trabalho teve como objetivo geral investigar de que modo a ...

  20. Correlation between blood mercury levels in mothers and newborns in Itaituba, Pará State, Brazil Correlação de teores de mercúrio no sangue entre mulheres e recém-nascidos do Município de Itaituba, Pará, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabeth Oliveira Santos

    2007-01-01

    Full Text Available This study evaluated transplacental mercury transfer by measuring Hg in blood samples of mothers and newborns (umbilical cord in hospitals in the municipality (county of Itaituba, Pará State, Brazil. Epidemiological and mercury exposure data were collected, besides clinical birth data. Mercury tests were performed by cold-vapor atomic absorption spectrophotometry. A total of 1,510 women and an equal number of their newborns participated in the study. Mean blood mercury was 11.53µg/L in mothers and 16.68µg/L in newborns (umbilical cord. The highest Hg levels were in the 31-40-year maternal age group and their newborns, with 14.37µg/L and 21.87µg/L, respectively. However, in all age groups the mean mercury level was higher in newborns than in mothers. There was a strong positive correlation between Hg levels in newborns and mothers (r = 0.8019; p = 0.000, with a significant linear regression model (r = 0.5283; p = 0.000. The results highlight the importance of monitoring pregnant women exposed to mercury as part of public health surveillance.Este estudo avaliou a transferência transplacentária de mercúrio (Hg utilizando amostras de sangue das mães e recém-nascidos (cordão umbilical de hospitais do Município de Itaituba, Pará, Brazil. Foram coletados dados epidemiológicos e de exposição ao Hg, além de dados clínicos ao nascimento. As análises de mercúrio foram realizadas por espectrofotometria de absorção atômica com sistema de vapor frio. Um total de 1.510 mulheres e seus recém-nascidos participaram do estudo. A média de Hg em sangue das mães foi de 11,52µg/L e no cordão umbilical foi 16,68µg/L. Os níveis mais elevados de Hg foram verificados nas idades entre 31 a 40 anos, com médias de 14,37µg/L nas mães e 21,87µg/L nos recém-nascidos. Entretanto, em todas as faixas de idade materna as médias de Hg estavam mais elevadas nos recém-nascidos em relação às mães. Verificou-se correlação positiva e forte entre

  1. Uso de preservativos, risco e ocorrência de gravidez não planejada e conhecimento e acesso à contracepção de emergência entre mulheres com HIV/aids The use of preservatives, risk and occurrence of non-planned pregnancies, and awareness about and access to emergency contraception among HIV/aids-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Figueiredo

    2010-06-01

    Full Text Available O artigo enfoca o risco e a ocorrência de gravidez não planejada, abortos, conhecimento, acesso e uso da contracepção de emergência entre mulheres com HIV/aids. Utilizou-se abordagem quantitativa observacional realizada através de inquérito domiciliar em Santo André (SP, na qual se constatou que, após a informação sobre a infecção, 62,8% aderiram ao uso do preservativo masculino, 77,2% utilizando-o exclusivamente, 13% associando-o à pílula ou injeções hormonais e 9,8% alternado seu uso com coito interrompido, tabelinha ou duchas vaginais. Falhas mecânicas no uso do preservativo ocorreram com 38% e, somadas às falhas ligadas à alternância com métodos comportamentais, foram responsáveis por 40% dos casos de gravidez não planejada, ocorridas com 24% das entrevistadas, 22% resultando em abortos provocados. A contracepção de emergência era conhecida por 51,4% e apenas 2,7% a utilizaram. Conclui-se que falhas mecânicas ou comportamentais associadas ao uso de preservativo por mulheres com HIV/aids aumentam sua exposição a gestações não planejadas e abortos. É necessário ampliar as opções e fornecimento de métodos anticoncepcionais, incluindo a contracepção de emergência, bem como reorientar constantemente o uso de preservativos entre este público.This paper focuses both the risk and the occurrence of non-planned pregnancy, abortions, as well as the awareness about and the use of emergency contraception among HIV/aids-infected women. A quantitative observational approach was used after a domiciliary survey in Santo Andre, São Paulo State, Brazil, where it was found that, after receiving the information about the infection, 62.8% adopted the use of male condom, 77.2% using it exclusively, 13% associated with hormone injections, and 9.8% alternated with either interrupted intercourse, fertility schedule or vaginal shower. Mechanical flaws by the use of the preservative occurred to 38%. Added to flaws associated

  2. Opinião das mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osis Maria José Duarte

    1994-01-01

    Full Text Available Pouco se sabe a respeito da opinião que as mulheres brasileiras têm acerca do aborto provocado. Em um estudo realizado na região de Campinas, se quis conhecer, entre outras coisas, o que pensavam as mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos. Foram entrevistadas 1838 mulheres em idade fértil e que tinham engravidado pelo menos uma vez. Para saber se existiam algumas características das mulheres associadas à sua opinião, foi feita uma análise univariada, seguida por uma multivariada por regressão logística. As mulheres solteiras e as que haviam tido pelo menos um aborto provocado foram as que tiveram opinião mais favorável à realização de abortos pelos hospitais em todas as circunstâncias perguntadas. As circunstâncias de estupro, risco de vida para a mulher e malformação fetal foram as que tiveram maior acordo. A proporção de mulheres que se manifestaram favoráveis foi menor no caso de aborto por razões que trazem conseqüências à mulher mas não podem ser observadas direta e objetivamente por outras pessoas.

  3. Opinião das mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Duarte Osis

    1994-09-01

    Full Text Available Pouco se sabe a respeito da opinião que as mulheres brasileiras têm acerca do aborto provocado. Em um estudo realizado na região de Campinas, se quis conhecer, entre outras coisas, o que pensavam as mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos. Foram entrevistadas 1838 mulheres em idade fértil e que tinham engravidado pelo menos uma vez. Para saber se existiam algumas características das mulheres associadas à sua opinião, foi feita uma análise univariada, seguida por uma multivariada por regressão logística. As mulheres solteiras e as que haviam tido pelo menos um aborto provocado foram as que tiveram opinião mais favorável à realização de abortos pelos hospitais em todas as circunstâncias perguntadas. As circunstâncias de estupro, risco de vida para a mulher e malformação fetal foram as que tiveram maior acordo. A proporção de mulheres que se manifestaram favoráveis foi menor no caso de aborto por razões que trazem conseqüências à mulher mas não podem ser observadas direta e objetivamente por outras pessoas.

  4. Entre la negación y la impotencia: prestadores de servicios de salud ante la violencia contra las mujeres en México Between denial and helplessness: health care providers facing domestic violence in Mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Herrera

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conocer los significados y prácticas respecto a la violencia doméstica entre prestadores de servicios de salud, para mejorar la atención. MATERIAL Y MÉTODOS: Entre mayo y noviembre de 2003 se aplicaron 60 entrevistas en profundidad a prestadores de servicios públicos de salud y a informantes clave, en unidades de atención en tres entidades de alta prevalencia de violencia doméstica Quintana Roo, Coahuila y el Distrito Federal. RESULTADOS: Los prestadores fueron clasificados por su grado de adhesión a cuatro tipos de "discursos sobre la violencia" que orientan su práctica cotidiana y que están relacionados con sus valores de género y sus posiciones sociales. La mayoría manifestó disposición a atender el problema. CONCLUSIONES: La atención de la violencia doméstica es insuficiente en los servicios de salud, pero esto parece deberse más a que el discurso tolerante de la violencia predominó entre los tomadores de decisiones, que a las actitudes de los propios prestadores de servicios; éstos demostraron mayor conciencia de los derechos de las mujeres.OBJECTIVE: To increase the knowledge of health care providers´ understanding of and practices on domestic violence, in order to improve care. MATERIALS AND METHODS: This study was conducted between May and November 2003, In Quintana Roo, Coahuila, and Mexico City, three Mexican states with a high prevalence of domestic violence. Sixty in-depth interviews with health care providers in public health institutions and key informants of health service provision were completed. RESULTS: Health care providers were categorized based on the extent to which they reproduced four "discourses about violence". These discourses influence their daily practice and are related to the informants' gender values and social positions. Most informants expressed their willingness to address the issue of domestic violence. CONCLUSIONS: Attention to and care for domestic violence is insufficient in

  5. ¿La normalización de lo queer? El matrimonio entre personas del mismo sexo en Contra natura de Álvaro Pombo y California de Eduardo Mendicutti

    OpenAIRE

    Saxe, Facundo Nazareno

    2016-01-01

    La aprobación durante el año 2010 en nuestro país de la llamada "ley de matrimonio igualitario" nos permite reflexionar sobre la proyección de determinados temas sociales en la literatura española reciente. En este caso en particular, el eco de la temática del matrimonio entre personas del mismo sexo en dos novelas españolas de los últimos años nos permitiría problematizar cuestiones como la normalización de lo queer y la proyección del tema en la narrativa de Álvaro Pombo y Eduardo Mendicutt...

  6. Entre controversias científico-médicas y movilizaciones populares. Población epidémica y vacunas contra la fiebre hemorrágica argentina 1958-1990

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Agnese, Graciela

    2013-06-01

    Full Text Available The emergence and gradual extension of a new epidemic disease, as it has been the Haemorrhagic Fever Argentina, from the Decade of the ‘ 50s, prompted the medical scientific research with the aim of finding a vaccine. In the period 1959-1990 developed three projects of vaccines with different results. This article aims to consider the behavior assumed by the epidemic population around the three vaccines in response to the tensions that exist between population and physicians and researchers in charge of vaccination campaigns; the struggles between the various scientific groups; the role of the press and the State.La irrupción y la progresiva extensión de una nueva enfermedad epidémica, como ha sido la Fiebre Hemorrágica Argentina, a partir de la década del ’50, impulsó la investigación científica médica con el objetivo fundamental de encontrar una vacuna. En el período 1959-1990 se desarrollaron tres proyectos de vacunas con distintos resultados. El objetivo de este artículo es considerar las conductas asumidas por la población epidémica en torno a las tres vacunas atendiendo a las tensiones existentes entre la población y los médicos e investigadores a cargo de las campañas de vacunación; las pugnas entre los distintos grupos científicos; el rol de la prensa y del estado.

  7. Entre el control y la autonomía: políticas de salud sexual de jóvenes y mujeres en Colombia, 1964-1991 Entre o controle e a autonomia: políticas de saúde sexual de jovens e mulheres na Colómbia, 1964-1991 Between control and autonomy: sexual health policies of youngsters and women In Colombia, 1964-1991

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Carolina Morales B

    2011-07-01

    Full Text Available Desde mediados de los años sesenta se formularon políticas de salud sexual y reproductiva para jóvenes y mujeres, con el propósito de hacer control de nacimientos, planificación familiar y atención materno-infantil. A mediados de los años setenta se instauró la educación sexual, quedó penalizado el aborto y se definieron los componentes centrales de la salud sexual y reproductiva que se conoce actualmente en Colombia. Finalmente, en la década de 1990 la agencia de las mujeres y la movilización de los estudiantes condujeron a un cambio social y político que sig-nificóunaverdaderapreparaciónparalaAsambleaNacional Constituyente y para su reconocimiento como actores políticos. La consecuente conquista de derechos políticos fue óbice para los derechos sexuales y reproductivos que se debatieron en el país desde 1994; estos no fueron reconocidos por el Estado colombiano.Enesteartículoseofreceunanálisisdelopolíticode estas políticas con el propósito de explicar el cambio del control a la autonomía. Contiene dos partes; en la primera, los inicios de la configuración de las actuales políticas de salud sexual yrepro-ductiva en el país, y en la segunda, el surgimiento y reconocimiento de los actores sociopolíticos que las impulsaron: los jóvenes y las mujeres. Se destaca lo político por ser este el núcleo del movimiento de poder y el factor determinante en la configuración de dichas políticas y en las inequidades existentes entre distintos jóvenes y mujeres, contrario a lo que se ha dicho sobre el estilo de vida de estos actores.Desde mediados dos anos sessenta se formularam políticas de saúde sexual e reprodutiva para jovens e mulheres visando controlar os nascimentos, o planejamento familiar e a atenção materno-infantil. Para mediados dos anos sessenta se instaurou a educação sexual, foi penalizado o aborto e se definiram os componentes centrais da saúde sexual e reprodutiva que se conhece atualmente na Col

  8. Associação entre a contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da neoplasia intra-epitelial cervical diagnosticada pela histopatologia em mulheres infectadas pelo HIV Association between CD4+ T-cell count and intraepithelial cervical neoplasia diagnosed by histopathology in HIV-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Barroso Zimmermmann

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a associação entre a contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da neoplasia intra-epitelial cervical em pacientes HIV positivas. MÉTODOS: estudo transversal no qual foram incluídas 87 pacientes infectadas pelo HIV, confirmado por testes sorológicos prévios. Todas eram portadoras do HPV cervical, diagnosticado por meio da reação em cadeia da polimerase. Foram realizados anamnese, exame físico e colposcopia de todas em pacientes. A biópsia do colo uterino foi realizada quando indicada pelo exame colposcópico. Os resultados histopatológicos foram classificados com neoplasia intra-epitelial de baixo grau (NIC I ou de alto grau (NIC II e II. A associação entre a contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da lesão foi verificada por meio da comparação de médias utilizando a análise da variância (ANOVA. RESULTADOS: entre as 60 pacientes biopsiadas foram encontrados 24 casos (40,0% com NIC I, oito (13,3% NIC II, três (5% NIC III, 14 (23,3% pacientes somente com cervicite crônica e 11 (18,3% apresentando efeito citopático produzido pelo HPV, mas sem perda da polaridade celular. Isso equivale a 35 mulheres com lesão intra-epitelial de baixo grau (NIC I + HPV (58,3% e 11 (18,3% com lesão intra-epitelial de alto grau (NIC II + NIC III. A associação entre a média da contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da lesão intra-epitelial cervical não foi significativa (p=0,901. CONCLUSÕES: não houve associação entre a contagem de linfócitos T CD4+ e a gravidade da lesão intra-epitelial do colo uterino, diagnosticada pelo exame histopatológico.PURPOSE: to evaluate association between CD4+ cell count and cervical intraepithelial lesion severity in HIV-infected women. METHODS: cross-sectional study of 87 HIV-infected patients which were confirmed by previous serologic examinations. All had cervical HPV diagnosed by polymerase chain reaction (PCR. All patients underwent anamnesis, physical examinations and

  9. Perception of the mothering role of women who live in a context of drugs and violence Percepción del papel materno de mujeres que viven en un contexto de drogas y violencia Percepção do papel materno de mulheres que vivem em um contexto de drogas e violência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Carmen Bernal Roldán

    2005-12-01

    ón.O número de mulheres envolvidas com drogas está aumentando e a violência contra elas também. Muitas destas mulheres são mães. O objetivo deste estudo é investigar a percepção de mulheres que recebem tratamento para dependência de droga, vivem em um contexto de drogas e violência, têm crianças com idade entre um mês e cinco anos e sua interpretação acerca. Este trabalho individual e multicêntrico, envolvendo Colômbia e Brasil, apresenta os resultados individuais de Colômbia. Foram entrevistadas 6 mulheres. Foi adotado o foco etnográfico e as entrevistas foram submetidas à análise de conteúdo latente. Os resultados desta pesquisa apresentam a violência do contexto social-cultural dos participantes e o consumo de drogas no ambiente da família de origem. Esses aspectos possivelmente induziram ao uso de drogas e influenciaram no papel materno deste grupo de mulheres, que expressam isto como ambivalente, entre a idealização de ser mãe e ser mãe viciada.

  10. A história feita de greves, excluídos & mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MICHELLE PERROT

    1996-12-01

    Full Text Available Nesta entrevista a autora discorre sobre as relações entre classes sociais e gêneros, sobre as influências de Foucault em sua obra, sobre a atualidade das greves como forma de luta e sobre a participação da mulher no sindicalismo da virada do século.

  11. Relação entre capacidade vital, tempos máximos de fonação de /e/ emitido de forma áfona, de /s/ e estatura em mulheres adultas Relation between vital capacity, maximum phonation times of voiceless /e/ and /s/ and height in adult women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shanna Lara Miglioranzi

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a relação entre capacidade vital (CV, tempos máximos de fonação de /e/ fechado emitido de forma áfona (TMF/ė/ e de /s/ (TMF/s/ e estatura em mulheres adultas. MÉTODO: 48 indivíduos do sexo feminino, entre 18 e 44 anos, com ausência de fatores intervenientes nas medidas de interesse (tabagistas, atletas, cantores, alterações pulmonares, articulatórias, tiveram suas medidas de CV, TMF/ė/ e TMF/s/ coletadas, três vezes cada, selecionando-se o maior valor obtido para cada variável, além da estatura auto-referida. Os valores das quatro variáveis do grupo foram comparados entre si por meio de análise estatística. Utilizou-se o coeficiente de correlação de Spearman para verificar sua relação; o teste de Wilcoxon para amostras relacionadas para comparar os TMF/s/ e TMF/ė/, além do cálculo do coeficiente de variação para comparar a homogeneidade dessas variáveis. RESULTADOS: correlação positiva significante entre: CV e TMF/s/ (r=0,326; P=0,024; CV e TMF/ė/ (r=0,379; P=0,008; TMF/s/ e TMF/ė/ (r=0,360; P=0,012; e CV e estatura (r=0,432; P=0,002. TMF/s/ significantemente maior do que TMF/ė/. TMF/ė/ da amostra (10,43s significantemente menor que os valores de referência (PPURPOSE: to check the relation among the values of vital capacity (CV, maximum phonation times (MPT of closed voiceless /e/ (/ė/ and of /s/ and height in adult normal women. METHOD: 48 females, between 18 and 44 years, with no intervening factors in measures of interest (smoking, sport practicing, singing, lung disorder, articulation disorder collected their measures of VC, MPT/ė/ and MPT/s/, three times each, and the highest produced values for each variable were selected for analysis, beyond the self-reported height. All four variables were compared. Spearman's correlation coefficient was used to check the relationship; Wilcoxon test for related samples was used to compare MPT/s/ and MPT/ė/, such as the coefficient of variation

  12. Experiência da adesão ao tratamento entre mulheres com Vírus da Imunodeficiência Humana/ Síndrome da Imunodeficiência Adquirida Experiencia de la adhesión al tratamiento de mujeres con VIH/SIDA HIV/AIDS Treatment Regimens Adherence in Women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dalva Aparecida Marques da Costa

    2009-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Compreender a experiência da adesão ao tratamento para o Vírus da Imunodeficiência Humana/ Síndrome da Imunodeficiência Adquirida para a mulher. MÉTODOS: Estudo etnográfico, baseado no pensamento teórico interpretativista, com oito mulheres de um Grupo de Adesão em um hospital público. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas semi-estruturadas e observação participante de janeiro a dezembro 2007. RESULTADOS: Emergiram quatro categorias: enfrentamentos aos valores da experiência da adesão ao tratamento, a experiência singular na adesão ao tratamento, costumes e práticas na experiência da adesão, o cuidar nas relações interpessoais. CONCLUSÃO: As experiências relatadas pertencem à vida singular de cada informante; no entanto, o caminho para uma adesão efetiva fica translúcido nas narrativas. Partiram da realidade específica de suas vidas para ensinar o caminho para aqueles que desejam sair da sombras de um diagnóstico estigmatizante.OBJETIVO: Comprender la experiencia de la adhesión al tratamiento para el Virus de la Inmunodeficiencia Humana/ Síndrome de la Inmunodeficiencia Adquirida de mujeres. MÉTODOS: Se trata de un estudio etnográfico, basado en el pensamiento teórico interpretativo, realizado con ocho mujeres de un Grupo de Adhesión en un hospital público. Los datos fueron obtenidos por medio de entrevistas semi-estructuradas y observación participante en el período comprendido entre enero a diciembre del 2007. RESULTADOS: Emergieron cuatro categorías: enfrentando los valores de la experiencia de la adhesión al tratamiento, la experiencia singular en la adhesión al tratamiento, costumbres y prácticas en la experiencia de la adhesión y el cuidar en las relaciones interpersonales. CONCLUSIÓN: Las experiencias relatadas pertenecen a la vida singular de cada informante; no obstante, el camino para una adhesión efectiva se refleja en las narrativas. Partieron de la realidad espec

  13. Association between different types of physical activities and quality of life in women aged 60 years or over Associação entre diferentes tipos de atividades físicas e qualidade de vida em mulheres com 60 ou mais anos de idade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lucia Ribeiro Valadares

    2011-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To evaluate the association between different types of physical activity and quality of life in a sample of women aged 60 or over. SUBJECTS AND METHODS: A cross-sectional study was carried out, interviewing 271 women. Of these, 141 were recruited in a menopause outpatient clinic and 130 were recruited in a social leisure center, in Brazil. The instruments used were the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ version 8 and the World Health Organization Quality of Life Questionnaire specific for this age group (WHOQOL-OLD. Each IPAQ section was evaluated by multiple linear regression analysis, considering independent and confounding variables. The significance level was set at 5% and the software used was SAS version 9.1.3. RESULTS: The mean age of the patients was 67.4 ± 5.3 years. The mean time devoted to physical activity was 2802.7 ± 1154.9 minutes per week. The total WHOQOL-OLD score was 66.9 ± 11.7. The past, present and future actvities (estimated β = 0.021 and, social participation (estimated β = 0.03 domains had association with IPAQ transportation section. The leisure-time domain of the IPAQ had an inverse and significant relationship with the quality of life score related to present, past and future activities (estimated β = -0.0269. CONCLUSION: Quality of life was negatively influenced by leisure, but time spent in this physical activity was the shortest in comparison to other types of physical activities. In this sample, only physical activity for transportation was positively associated with a better quality of life.OBJETIVO: Avaliar a associação entre diferentes tipos de atividade física e a qualidade de vida em mulheres brasileiras com 60 anos ou mais. SUJEITOS E MÉTODOS: Estudo de corte transversal, realizado através de entrevista com 271 mulheres. Destas, 141 foram recrutadas em um ambulatório de menopausa e 130 em um centro de convivência no Brasil. Os instrumentos utilizados foram o

  14. As mulheres desejam o poder? The women wish the power?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joel Birman

    2011-01-01

    Full Text Available A intenção deste ensaio é pensar nas relações entre a mulher e o poder, no Ocidente, indicando a leitura psicanalítica sobre isso, a partir de um comentário inicial sobre a última eleição no Brasil.The aim of this paper is to think about the relationships between the woman and the power in the Western tradition, pointing out the psychoanalytical interpretation, after some comments about the last Brazilian elections.

  15. La violencia contra las mujeres

    OpenAIRE

    Gil Gómez, Alicia; Escrig Gil, Gemma; Forcada Martínez, Águeda

    2010-01-01

    Las mujeres con diversidad funcional en la agenda jurídico política española: la Ley estatal contra la violencia de género y sus nuevos desafíos,SOLEDAD ARNAU RIPOLLÉS. La violencia contra las mujeres. El estado de la cuestión: Una cuestión de estado. “La violencia en el ámbito laboral”, ENCARNA BARRAGÁN BRITO. El problema de la rehabilitación de los maltratadores, ESPERANZA BOSCH FIOL. La violencia política, LEONORA CASTAÑO CANO. La violencia psicológica, ...

  16. O gênero da “Nova Cidadania”: O programa Mulheres Da Paz

    OpenAIRE

    2011-01-01

    Este artigo discute o novo paradigma de políticas sociais, nomeado de diferentes maneiras, como pós-Consenso de Washington, cidadão-consumidor ou investimento social e as formas que assume no contexto brasileiro. Toma-se como referência empírica o Programa Mulheres da Paz, do Rio de Janeiro, que visa a capacitar mulheres de comunidades pobres a “resgatar” jovens em situação de risco e criminalidade e a atuarem como lideranças locais. O artigo analisa a tensa convivência entre diferentes discu...

  17. Sexual activity among female teenagers: a comparison between two groups of middle class adolescents from a private clinic according to pregnancy status Atividade sexual em mulheres adolescentes: uma comparação entre dois grupos de adolescentes de classe média de clínica particular de acordo com estado gravídico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Faisal-Cury

    2008-09-01

    Full Text Available OBJECTIVES: to investigate patterns of sexual activity among teenagers. METHODS: a cross-sectional study was conducted between July 1998 and September 2000, among 117 sexually active female adolescents from a private clinic, in the city of the Osasco, State of São Paulo, Brazil. They were divided into two groups: one pregnant group (PG comprised 62 adolescents that were either pregnant (46 or had previously been pregnant (16; another group of 55 female adolescents that had never been pregnant (NPG. During consultations with these subjects, a physician conducted a semi-structured interview. Knowledge, attitudes and practices relating to sexual activity were evaluated. The comparison between the two groups was carried out using Student's t test, the chi-square test or Fisher's exact test. RESULTS: the two groups showed considerable similarities in terms of sexual behaviour, having engaged in the first sexual intercourse at the age of 15 and having had an average number of sexual partners of 1.5. Nevertheless, adolescents in the PG group had initiated sexual life earlier and tended to use less contraceptive methods during the first intercourse. Despite widespread knowledge of contraception, a large number of the adolescents did not use any contraceptive method during first sexual intercourse. In their current sexual life, an average of 81% of the participants referred to attaining orgasm. CONCLUSIONS: knowledge about contraceptive techniques is not enough to avoid unplanned pregnancies, suggesting the importance of investigating other psychosocial aspects of motherhood and maternal identity among teenagers.OBJETIVOS: investigar padrões de atividade sexual em adolescentes. MÉTODOS: estudo transversal realizado entre julho de 1998 e setembro de 2000, com 117 mulheres adolescentes sexualmente ativas oriundas de clínica privada, em Osasco, São Paulo, Brasil. Foram constituídos dois grupos: um grupo de grávidas (PG com 62 adolescentes que estavam

  18. Ocidente contra Oriente?

    OpenAIRE

    Moita, Luís

    2009-01-01

    Uma longa tradição da nossa cultura plasmou a distinção/oposição entre Ocidente e Oriente. Vejamos ao acaso episódios dessa história. Os séculos XVIII e XIX, com a sua atmosfera romântica, mostram-nos exemplos do modo como os europeus viam o Oriente nas suas expressões artísticas, desde a literatura à pintura e mesmo à música, sobretudo em França e na Itália. Em 1721, é publicado, em Amesterdão, sob pseudónimo, o livro de Mostesquieu Lettres persanes . A viagem a Paris de dois amigos persas p...

  19. Violência sexual: procedimentos indicados e seus resultados no atendimento de urgência de mulheres vítimas de estupro Sexual violence: recommended procedures and results of emergency care for women victims of rape

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aníbal Faúndes

    2006-02-01

    Full Text Available Violência sexual contra a mulher é uma das expressões da violência baseada no gênero, que tem como origem o desequilíbrio de poder existente entre homens e mulheres, com maior ou menor intensidade, em todos os países do mundo. Atualmente é reconhecida como um problema de direitos humanos pela ONU, incluindo a violência emocional, física e sexual. A prevalência de violência sexual é muito difícil de determinar, mas provavelmente afeta pelo menos um terço das mulheres alguma vez na vida. Tem variadas conseqüências sobre a saúde física, mental e ginecológica da mulher, as que dependem em grande parte do atendimento recebido logo após a violência. Infelizmente, a maior parte dos serviços de emergência não estão preparados para prestar atendimento adequado. O atendimento deve ser multidisciplinar e incluir anamnese e exame clínico cuidadosos utilizando exames laboratoriais, tratamento das lesões físicas e da crise emocional, prevenção da gravidez e de doenças de transmissão sexual, incluídos HIV/AIDS e com seguimento de pelo menos seis meses.Gender-based violence is related to the power imbalance between men and women that is present, to a greater or lesser degree, in all societies. It was recognized as a human rights problem by the UN relatively recently. It includes emotional, physical and sexual violence. Sexual violence is the extreme form of gender violence, usually accompanied by the other types of violence. Its prevalence is difficult to determine, but it most probably affects at least one third of women some time in their life. It has multiple consequences to women's physical and gynecological health, which depends in great part on the quality of the care the woman received immediately after the assault. Unfortunately, most emergency health services, including those in women's hospitals, are rarely prepared to provide the correct care for these women. Care should be multidisciplinary and involves crisis

  20. The influence of BMI and psychological variables in the body size estimation among adult women = A influência do IMC e variáveis psicológicas na estimação da imagem corporal em mulheres adultas = La influencia de IMC y variables psicológicas en la estimación del tamaño corporal entre las mujeres adultas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Xavier, Gabriela Salim

    2016-01-01

    Full Text Available O objetivo desse estudo foi quantificar a estimação da imagem corporal para avaliar as variáveis que a influenciam – Índice de Massa Corporal (IMC, insatisfação com a imagem corporal e sintomas depressivos em mulheres eutróficas (n=40 e com excesso de peso (n=40. A avaliação da imagem corporal e dos sintomas depressivos foi conduzida por meio da Escala de Figuras de Silhuetas (EFS e pelo Inventário de Depressão de Beck (BDI, em suas versões brasileiras, respectivamente. No grupo eutrófico, a insatisfação e a pontuação do BDI explicaram 55% e 12% da variação da estimação, respectivamente. No grupo com excesso de peso, a insatisfação com a imagem corporal foi responsável por 14% da variação da estimação da imagem corporal, enquanto o IMC, individualmente, por somente 9%. Quando avaliados em conjunto, esse percentual aumenta para 42%, indicando que juntos – IMC e insatisfação – agregam maior valor explicativo para essa variável. A insatisfação foi considerada a variável mais saliente, influenciando em maiores proporções os valores de estimação obtidos, particularmente entre as mulheres eutróficas

  1. Mulheres na construção : uma alternativa para as trabalhadoras do Distrito Federal e do entorno?

    OpenAIRE

    de Oliveira, Talita Santos

    2014-01-01

    O debate sobre os programas de qualificação profissionais contemporâneos é de suma importância para o entendimento da relação entre o trabalho e as políticas sociais no marco do capitalismo financeiro e do Estado neoliberal, principalmente quando se leva em conta as desigualdades entre homens e mulheres quanto ao acesso e à permanência no mercado de trabalho. Apesar da presença feminina no mercado de trabalho estar consolidada, a maioria das mulheres segue empregada em profissões e ocup...

  2. Biopolítica, gênero e organismos internacionais: mercado dos direitos das mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Cristina Silveira Lemos

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Este artigo tem o objetivo de analisar práticas de governo das mulheres pela UNESCO e UNICEF a partir da perspectiva histórica e documental. Efetua-se uma crítica à instrumentalidade dos direitos das mesmas pelo gerenciamento neoliberal. Interroga-se a vertente do empreendedorismo proposto por estes organismos e também é analisado como estes órgãos regulam os corpos de mulheres pelas relações familiares, pela conjugalidade e pela educação dos filhos. Por fim, são problematizadas as articulações entre ações sexistas, o atravessamento de uma racionalidade biológica de gênero e o empoderamentos das mulheres na política para mediar conflitos na comunidade, em nome da segurança.

  3. A dinâmica da violência doméstica: uma análise a partir dos discursos da mulher agredida e de seu parceiro Dynamics of domestic violence: an analysis from the perspective of the attacked woman and her partner's discourses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Platt Deeke

    2009-06-01

    Full Text Available Este artigo analisa a dinâmica da violência doméstica a partir do discurso da mulher agredida e do parceiro autor da agressão. Foi elaborado a partir de uma pesquisa descritivo-exploratória com abordagem qualitativa, entre outubro de 2006 e janeiro de 2007, com trinta casais cujas mulheres haviam registrado na Delegacia da Mulher de Florianópolis (Santa Catarina duas ou mais queixas por agressão contra o parceiro. Em comparação com as mulheres, os homens tenderam a negar a ocorrência e a diminuir a frequência das agressões. Os motivos das agressões mais apontados como interferentes na dinâmica do casal foram o ciúme, o homem ser contrariado, a ingestão de álcool e a suspeita de traição. O estudo revela as características das agressões percebidas pelos membros do casal e a forma de eles entenderem os fatores que repercutem na dinâmica de violência doméstica, não atribuindo somente à mulher o papel de porta-voz.This article analyzes the dynamics of domestic violence from the perspective of both the attacked woman's and her partner´s speeches, the husband being the perpetrator. It was designed as a descriptive-exploratory research study with a qualitative approach, interviewing thirty couples in which the women had registered two or more complaints for aggression against the partner in the Woman's Police Station in Florianópolis (Santa Catarina, between October 2006 and January 2007. Contrary to many other studies, the majority of interviewees was active in the labor market. Men, compared with women, were more prone to deny the occurrence or to diminish the frequency of aggression episodes. According to the categories established by data analysis, the main reasons for aggressive behavior interfering in the couples' dynamics were jealousy, the man being contradicted, alcohol ingestion and "love cheating". The study discloses the characteristics of the aggressive behavior perceived by both members of the couple and the way

  4. Mulheres da Norô

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavia Liberman

    Full Text Available O projeto Cartografias femininas: ações territoriais junto às mulheres da região noroeste de Santos realiza diferentes ações em uma região que apresenta vulnerabilidade social e ambiental na cidade de Santos. Envolvendo docentes e estudantes de diferentes cursos de graduação da área da saúde da Universidade Federal de São Paulo, campus Baixada Santista, teve como resultado uma Exposição Fotográfica itinerante cujas imagens explicitam um processo de construção de vínculos com as participantes. A fotógrafa Nice Gonçalvez, do Instituto Arte no Dique, acompanhou e fotografou momentos desta experiência, oferecendo-nos um material delicado que retrata seus rostos, corpos, detalhes e expressividades. Esta exposição ofereceu, às mulheres, uma oportunidade de reconhecerem-se como protagonistas ativas e fortes em todo o processo, tornando-as visíveis para além das fronteiras de suas casas, de seu bairro ou, mesmo, de sua região.

  5. Mulher, saúde e trabalho no Brasil: desafios para um novo agir

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aquino Estela Maria L. de

    1995-01-01

    Full Text Available Apesar do marcante aumento da participação das mulheres no mercado de trabalho, no Brasil, persiste um desconhecimento generalizado sobre os efeitos do trabalho sobre sua saúde. Neste artigo, em revisão da literatura, pretendeu-se identificar questões teóricas e metodológicas na análise das relações entre trabalho e saúde de mulheres a partir de uma perspectiva de gênero. Assinala-se as características da inserção profissional feminina, decorrentes de seu papel na reprodução social, que resultam na necessidade de estratégias variadas de conciliação entre as atividades profissionais e as domésticas. Discute-se as implicações da inserção social das mulheres trabalhadoras para a sua saúde e a necessidade de repensar criticamente teorias e conceitos, estratégias metodológicas, fontes de informação, para dar conta da complexidade e das especificidades das condições de trabalho e de existência das mulheres. A recente atuação das mulheres sindicalistas na defesa do direito ao corpo, à saúde e à feminilidade no ambiente de trabalho não pode prescindir de um novo olhar, que se produz de modo ainda incipiente no espaço acadêmico, por inspiração do movimento social de mulheres. Nesse sentido, apontam-se os desafios para a produção do conhecimento sobre o tema, que desvendem as singularidades da realidade nacional, caracterizada pelo desemprego, o trabalho informal, os baixos salários, a fragilidade das organizações sindicais e sociais, além de relações tradicionais familiares e matrimoniais.

  6. Mulher, direito e saúde: repensando o nexo coesivo Women, rights and health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Maria Godoy Serpa da Fonseca

    1999-12-01

    Full Text Available Esse artigo é construído a partir de três elementos básicos: mulher, direito e saúde, articulados entre si a partir de: 1 considerações acerca das condições objetivas de constituição das mulheres enquanto sujeitos sociais na sociedade contemporânea; 2 direitos das mulheres como direitos humanos e 3 direito das mulheres à saúde no contexto da implementação do PAISM (Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, como focalização do SUS (Sistema Único de Saúde.That article is built from three basic elements: women, rights and health, articulated to each other starting from: 1 considerations concerning the objective conditions of the women's constitution as social subjects in contemporary society; 2 women's rights as human rights and 3 women's rights to health in the context of PAISM (Program of Integral Attention to the Woman's Health, as part of SUS (Unified System of Health.

  7. Idade pulmonar em mulheres com obesidade mórbida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Sobral Peixoto-Souza

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a influência da obesidade mórbida na idade pulmonar de mulheres e correlacionar com a massa corporal, índice de massa corporal (IMC e variáveis ventilatórias. MÉTODOS: Estudo longitudinal realizado com 72 obesas mórbidas e grupo controle constituído de mulheres eutróficas. As voluntárias realizaram um teste de função pulmonar para determinação da idade pulmonar e os resultados foram correlacionados com as variáveis antropométricas e volumes pulmonares. RESULTADOS: As obesas mórbidas apresentaram uma idade pulmonar significativamente superior (50,1 ± 6,8 anos às eutróficas (38,8 ± 11,4 anos. Não houve diferença entre a idade cronológica entre os grupos. Houve uma correlação significativa e positiva entre idade cronológica, massa corporal e IMC com a idade pulmonar (r = 0,3647, 0,4182, 0,3743, respectivamente. Houve uma correlação negativa entre a capacidade vital forçada (CVF, volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1, razão (VEF1/CVF e volume de reserva expiratório (VRE com a idade pulmonar (r = -0.7565, -0.8769, -0.2723, -0.2417, respectivamente. CONCLUSÃO: A idade pulmonar das obesas mórbidas encontra-se aumentada e está associada com o aumento da massa corporal e IMC.

  8. Dor e comportamento de mulheres durante o trabalho de parto e parto em diferentes posições

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evenise Nilsen

    2011-06-01

    Full Text Available Avaliou-se a intensidade da sensação dolorosa e o comportamento, durante o trabalho de parto e parto, entre mulheres que tiveram parto normal, sem analgesia, nas posições semi-sentada, decúbito lateral esquerdo e litotomia. O estudo foi descritivo, transversal e correlacional. Foram usados um questionário validado que avalia dor e comportamento durante o trabalho de parto e parto, segundo a perspectiva da mulher, e duas escalas de dor: uma analógica e outra alfanumérica. Observou-se que a dor entre as mulheres que pariram em litotomia foi significativamente menor em comparação com decúbito lateral esquerdo (p=0,003, embora a posição tenha sido escolhida pela mulher. Houve associação entre dor e comportamento. A dor no trabalho de parto e parto estavam associadas entre si, assim como o comportamento nesses dois momentos. Os resultados indicam uma associação entre posição no parto e sensação dolorosa, mas não foi possível identificar fatores explicativos, sendo necessário desenvolver estudos longitudinais.

  9. Contra rotative propeller performance estimation

    OpenAIRE

    Coca Casanueva, Vladimir

    2008-01-01

    Due to the continuous increase in the fuel price, the propeller engine solution (the most efficient in fuel saving terms) becomes very attractive to airlines and thus, to aircraft manufacturers. However, airlines aren’t ready to fly an aircraft at lower cruise Mach number than the traditional Mach 0,84, which jeopardizes the fuel efficiency of propellers. At this stage is where the contra-rotative concept appears, which let us to increase the cruise speed while reducing fuel consumption...

  10. Vacinas contra o Papilomavirus humano Vaccines against human Papillomavirus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidney Roberto Nadal

    2006-09-01

    Full Text Available Infecção pelo HPV é mais comum entre indivíduos jovens e sexualmente ativos e é tão prevalente que 75 a 80% da população será infectada durante sua vida. A maioria das lesões cede espontaneamente ao ponto de não ser detectada nem com os métodos mais sensíveis. Preocupam as infecções persistentes com os HPV oncogênicos, que aumentam o risco da neoplasia intraepitelial e do câncer. Duas formas de prevenção foram propostas: o rastreamento das lesões precursoras e a imunização contra o HPV, para evitá-las. Embora a incidência do câncer genital venha diminuindo devido aos métodos de rastreamento, seu custo é elevado e os resultados anormais provocam significantes distúrbios emocionais. Logo, a prevenção das doenças relacionadas ao vírus deveria ser disponível sob a forma de vacinação. Na década passada, iniciaram-se os testes clínicos com várias vacinas que tinham como alvo os tipos comuns do HPV. As vacinas profiláticas evitam a infecção pelo HPV e suas doenças associadas e as terapêuticas induzem a regressão das lesões pré-cancerosas e a remissão do câncer invasivo. As primeiras são compostas pela proteína capsídeo L1 do HPV que se auto-reproduz em partículas virus-like (VLP quando expressa em sistemas recombinantes, induzindo forte resposta humoral com anticorpos neutralizadores. Determinam 100% de proteção contra a infecção pelos tipos específicos do HPV e impedem o aparecimento de neoplasias intraepiteliais de alto grau até pelo menos 5 anos após a imunização. A eficácia das vacinas feitas com as proteínas E6 e E7 também vem sendo pesquisada em modelos animais. As vacinas vêm mostrando maior efetividade quando administradas antes do início da atividade sexual e as campanhas de vacinação deverão ter como alvo as mulheres adolescentes e as pré-adolescentes. Espera-se, com o uso disseminado da vacina, que 70% dos cânceres cervicais sejam evitados, bem como a proporção das

  11. La investigación sobre violencia contra las mujeres en América Latina: entre el empirismo ciego y la teoría sin datos Research on violence against women in Latin America: from blind empiricism to theory without data

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Castro

    2003-02-01

    Full Text Available La investigación en torno a la violencia contra las mujeres en América Latina enfrenta una paradoja: el número de investigaciones es sumamente bajo, al mismo tiempo que existe una suerte de agotamiento del tema sin haberse dado aún respuestas definitivas sobre la naturaleza y las causas del problema. Ello responde a la orientación predominantemente empírica de las investigaciones, y a su falta de anclaje en la teoría sociológica más general. La investigación que se apoya en la teoría social suele ignorar las mediaciones existentes entre los arreglos estructurales y la conducta específica de los individuos, así como el carácter interaccional de la violencia. La investigación empírica, por su parte, presenta resultados inconsistentes y suele incurrir en problemas metodológicos tales como confusión operacional, y obviedad de los hallazgos y de las recomendaciones. Para enriquecer la investigación es indispensable diseñar nuevas investigaciones sustentadas en el corpus conceptual de las ciencias sociales y abandonar los diseños ateóricos y meramente estadísticos. Sólo así será posible imaginar las nuevas preguntas de investigación que requiere el problema de la violencia.Research on violence against women in Latin America presents an interesting paradox: while the number of studies is quite small, there also appears to be a sense that research on this topic has been exhausted, despite the lack of any definitive responses to the nature and causes of the problem. This results from the boom in studies with a strong empirical focus, lacking any basis in more general sociological theory. On the other hand, research using social theory tends to ignore the existing mediations between structural arrangements and any individual specific behavior, as well as the interactive nature of domestic violence. Meanwhile, empirical research presents inconsistent results and tends to run into methodological problems such as operational

  12. Efeito protetor do aleitamento materno contra a obesidade infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Balaban Geni

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Apresentar uma revisão da literatura sobre a hipótese de que o aleitamento materno teria um efeito protetor contra a obesidade infantil, a plausibilidade biológica dessa hipótese e os mecanismos potencialmente envolvidos. FONTES DOS DADOS: Informações coletadas a partir de artigos publicados em revistas científicas indexadas, livros e teses de pós-graduação. A maioria dos artigos foi identificada a partir das bases de dados MEDLINE e Scielo, usando as palavras-chave "aleitamento materno", "sobrepeso", "obesidade", "crianças" e "adolescentes". O período pesquisado foi de 1980 a 2002. Outros artigos foram identificados a partir das referências bibliográficas citadas nos primeiros artigos. SÍNTESE DOS DADOS: A maioria dos estudos revisados relatou um efeito protetor do aleitamento materno contra a obesidade infantil; alguns estudos não encontraram associação entre aleitamento materno e obesidade; um estudo, com um pequeno tamanho amostral, relatou maior adiposidade entre as crianças que receberam aleitamento materno. Diferentes definições de exposição e desfecho dificultam a comparação entre os estudos. Imprinting metabólico foi sugerido como um mecanismo potencialmente envolvido para explicar a associação. Aspectos comportamentais também podem estar envolvidos. CONCLUSÃO: O aleitamento materno parece ter um efeito protetor contra a obesidade infantil, porém essa questão merece uma investigação mais aprofundada.

  13. A intersecção entre o imaginário do fascismo, do império e da política colonial em Paisagem com mulher e mar ao fundo de Teolinda Gersão = The intersection between the imaginary of Fascism, Empire and Colonial Politics in Paisagem com mulher e mar ao fundo by Teolinda Gersão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ornelas, José N.

    2014-01-01

    Full Text Available O presente ensaio é um reflexão sobre a construção no romance Paisagem com mulher e mar ao fundo de Teolinda Gersão do imaginário político, social e cultural português durante o período do regime fascista de Oliveira Salazar e a forma como ele justifica e serve de suporte ideológico à retórica imperialista/colonialista de Portugal. O ensaio também demonstra como o ditador O. S. (codificação de Oliveira Salazar usa o poder coercivo de uma linguagem que se fundamenta em mitos, símbolos, cerimónias, exposições e rituais para controlar, silenciar e reprimir o povo português e paralisar a nação. Finalmente, analisa-se a desmitificação e a subversão do poder tirânico que o líder politico exerce no seu reino, o mar, símbolo de morte e de estagnação, e a substituição do reino do mar pelo da terra, símbolo de vida e de criatividade

  14. Avanços e retrocessos no combate da violência contra mulheres

    OpenAIRE

    Krimberg von Mühlen, Bruna; Neves, Marlene

    2013-01-01

    Este texto es una reflexión sobre la violencia de género en la sociedad brasileña, apoyándose en el marco teórico de la teoría del patriarcado. Trae la contribución de las activistas feministas en el campo de la psicología social para hacer frente a la violencia de género, entendiendo que la autonomía individual y colectiva puede contribuir a la deconstrucción de los modelos jerárquicos y de género desiguales. Este texto é uma reflexão acerca da violência de gênero na sociedade brasileira,...

  15. Association between the occurrence of falls and the performance on the Incremental Shuttle Walk Test in elderly women Associação entre a ocorrência de quedas e o desempenho no Incremental Shuttle Walk Test em mulheres idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela G. Bardin

    2012-08-01

    Full Text Available BACKGROUND: Because the incremental shuttle walk test (ISWT requires agility in its performance, we hypothesized that the test may be associated with balance and risk of falls in the elderly. Objective: To evaluate and compare the association between the performance on the ISWT, the timed up and go (TUG and the occurrence of falls in the elderly. METHOD: Thirty-three elderly individuals (68±7 years performed the TUG and the ISWT. Balance was assessed using the Berg Scale (BBS. Participants who fell at least twice in the last 12 months were placed in the "falls" group (FG and all other participants comprised the control group (CG. RESULTS: There were seventeen elderly women in the FG and 16 in the CG. Participants from the FG had a significant worse performance (pCONTEXTUALIZAÇÃO: Levantamos a hipótese de que o Incremental Shuttle Walk Test (ISWT, por exigir agilidade do examinado, possa estar associado ao equilíbrio e ao risco de quedas em idosos. OBJETIVOS: Avaliar e comparar as associações entre os desempenhos no ISWT e no Timed Up and Go (TUG e a ocorrência de quedas em idosos. MÉTODO: Trinta e três idosas (68±7 anos realizaram o ISWT e o TUG. O equilíbrio foi avaliado pela Escala de Equilíbrio de Berg (EEB. As participantes que caíram, pelo menos, duas vezes nos últimos 12 meses foram alocadas no grupo "quedas" (GQ, e as demais compuseram o grupo controle (GC. RESULTADOS: O GQ foi composto por 17 idosas, e 16 compuseram o GC. O GQ apresentou pior desempenho (p<0,05 no TUG (8,01±0,22 vs. 6,22±0,21 s, na EEB (51±3 vs. 55±1 pontos e no ISWT [313±79 (92±15%prev. vs. 395±75 m (113±19%prev.]. A distância percorrida no ISWT correlacionou-se com o TUG (r=-0,75; p<0,001, com a EEB (r=0,50; p=0,002 e com o número de quedas (r=0,36; p=0,031. Após regressão logística, o TUG foi determinante (p=0,03, e a ISWT mostrou tendência para determinar a ocorrência de quedas (p=0,05. CONCLUSÃO: O ISWT foi válido para avaliar o risco

  16. Agroecologia: Potencializando os papéis das mulheres rurais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana da Silva Andersson

    2017-04-01

    Full Text Available O artigo analisa se e como a agroecologia potencializa os papéis das mulheres rurais, em sua maioria agricultoras, dos municípios de Arroio do Padre e São Lourenço do Sul (RS. Através da realização de entrevistas em profundidade e da observação participante, o artigo analisa as percepções dessas mulheres a respeito das realidades por elas vivenciadas tanto no âmbito produtivo (lavoura como reprodutivo (doméstico. É importante destacar que, em Arroio do Padre, há um processo incipiente de “agroecologização”, ou seja, as unidades familiares encontram-se nos níveis iniciais da transição agroecológica. Já em São Lourenço do Sul, observou-se que essas mulheres atuam na agroecologia há mais de 40 anos. Estas distintas trajetórias conferem percepções de mundo diferenciadas entre os dois contextos sociais. Enquanto para as interlocutoras de Arroio do Padre a agroecologia pouco interfere em suas escolhas dentro e fora de casa, já para as entrevistadas de São Lourenço do Sul é essencial no repensar das relações estabelecidas no lar e no seu entorno, especialmente nos assuntos que tangem aos mercados e a sua valorização enquanto “agricultora”.

  17. Accidents with biological material and immunization against hepatitis B among students from the health area Accidente con material biológico y la vacunación contra la hepatitis B en estudiantes del área de la salud Acidente com material biológico e vacinação contra hepatite B entre graduandos da área da saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elucir Gir

    2008-06-01

    Full Text Available Undergraduate students from the health area often handle piercing-cutting instruments in their academic activities, which exposes them to the risk of contracting infections. This study aimed to analyze accidents with biological material among these students. Out of 170 accidents registered, 83 (48.8% occurred with Dentistry students, 69 (40.6% with Medical students, 11 (6.5% with Nursing students and in 06 (3.5% of the cases there was no such information in the files. Most accidents, 106 (62.4%, occurred with students from private schools and 55 (32.3% with those from public schools. Percutaneous accidents occurred in 133 (78.2% exposures and there was immediate search for specialized health care in only 38 (21.3% accidents. In 127 (74.7% accidents, the immunization schedule against hepatitis B was complete. Therefore, schools need to offer courses and specific class subjects regarding biosafety measures, including aspects related to immunization, especially the vaccine against hepatitis B.La manipulación de instrumentos punzo cortantes por estudiantes del área de la salud es frecuente en la actividad académica, lo que los expone al riesgo de adquirir infecciones. Este estudio tuvo como objetivo analizar los accidentes con material biológico ocurridos en alumnos del área de la salud. De los 170 accidentes registrados, 83 (48,8% ocurrieron con alumnos del curso de Odontología, 69 (40,6% de Medicina, 11 (6,5% de Enfermería y en 06 (3,5% no había información en la ficha de atención. La mayoría, 106 (62,4%, ocurrió con alumnos de escuelas privadas y 55 (32,3% de públicas. Los accidentes percutáneos ocurrieron en 133 (78,2% exposiciones y en 38 (21,3% accidentes la búsqueda por atención especializada fue inmediata. En 127 (74,7% accidentes el esquema de vacunas contra hepatitis B estaba completo. Así es imprescindible que las escuelas ofrezcan cursos y/o disciplinas específicas sobre medidas de bioseguridad incluyendo aspectos

  18. ValidaÃÃo da versÃo em portuguÃs brasileiro da ferramenta de triagem de sintomas prÃ-menstruais e associaÃÃo entre sintomas disfÃricos prÃ-menstruais, temperamentos afetivos e qualidade de vida em uma amostra de mulheres brasileiras

    OpenAIRE

    2016-01-01

    O Transtorno DisfÃrico PrÃ-Menstrual (TDPM) afeta aproximadamente trÃs a oito por cento das mulheres em idade fÃrtil. Tal quadro à caracterizado por uma mirÃade de manifestaÃÃes psicolÃgicas (tristeza, irritabilidade, choro fÃcil, etc.) e fÃsicas (dores nas articulaÃÃes, inchaÃo, sensibilidade mamÃria etc.). O TDPM gera enorme sofrimento a mulheres que apresentam esse quadro, acarretando disfunÃÃo no trabalho, nas relaÃÃes interpessoais e prejuÃzo na qualidade de vida. A sintomatologia à cÃcl...

  19. Expansão e contração dialógica na mídia: intertextualidade entre ciência, educação e jornalismo Dialogic expansion and contraction in the media: intertextuality across science, education and journalism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Désirée Motta-Roth

    2012-01-01

    Full Text Available Neste trabalho, exploramos o processo social e discursivo de popularização da ciência (PC a partir dos conceitos de gênero discursivo, recontextualização e intertextualidade. Assumimos uma perspectiva interdisciplinar, aliando princípios congruentes da Sociorretórica, da Linguística Sistêmico-Funcional e da perspectiva sócio-histórica do Círculo de Bakhtin. Enfocando o processo discursivo da midiatização de pesquisas científicas na internet, tomando por referência 60 notícias de PC em inglês, publicadas nos sítios eletrônicos da BBC News, Scientific American, Nature e ABC Science, entre 2004 e 2008. A mobilização de um conteúdo ideacional da ciência (uma nova pesquisa, sua metodologia e seus resultados no contexto secundário da mídia jornalística eletrônica é implementada por um movimento de recontextualização de (partes ou todo de textos e discursos da esfera de atividade científica para outra esfera jornalística, dando visibilidade à intertextualidade como um fluxo contínuo entre gêneros discursivos e contextos de um mesmo sistema de produção e manutenção da ciência. Nesse fluxo intertextual, forças de contração e expansão dialógicas são articuladas, resultando em um efeito monológico que evidencia uma visão tradicional de ciência.In this paper we explore the social and discursive process of science popularization (SP departing from the concepts of discourse genre, recontextualization and intertextuality. We adopt an interdisciplinary perspective, associating congruent principles from Socio-Rhetorics, Systemic-Functional Linguistics and the Socio-Historical perspective of the Bakhtinian Circle. We focus on the discursive process of the midiatization of scientific research on the internet, considering 60 SP news texts in English, published online on the BBC News, Scientific American, Nature and ABC Science sites, between 2004 and 2008. Mobilization of the ideational content of science (a new

  20. Características das mulheres violentadas sexualmente e da adesão ao seguimento ambulatorial: tendências observadas ao longo dos anos em um serviço de referência em Campinas, São Paulo, Brasil Characteristics of women victims of sexual violence and their compliance with outpatient follow-up: time trends at a referral center in Campinas, São Paulo State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Tadayuki Oshikata

    2011-04-01

    Full Text Available A violência sexual é um crime praticado contra a integridade e a liberdade sexual de uma pessoa. Atinge mulheres de todos os níveis socioeconômicos, e o agressor não escolhe a cor e nem a idade da vítima para agredi-las. É causa de elevado custo financeiro ao país e grave problema de saúde pública. Este estudo teve como objetivo avaliar a evolução da adesão de mulheres vítimas de violência sexual ao seguimento ambulatorial, as quais foram atendidas no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas, entre janeiro de 2000 a dezembro de 2006. Observamos um aumento significativo no retorno às consultas agendadas. Em 2000, 41% das mulheres completavam o seguimento de seis meses, e, em 2006, o índice aumentou para 70%. Cerca de 70% das mulheres compareceram nas primeiras 24 horas após serem agredidas; a agressão por conhecidos triplicou ao longo dos anos. Houve mudanças na forma de intimidação e diminuição significativa na prescrição da anticoncepção de emergência.Sexual violence is a crime against individual integrity and sexual freedom. It affects women of all socioeconomic levels, and the perpetrator does not choose the victim's color or age. It is a source of high financial cost and a serious public health problem in Brazil. The current study aimed to assess compliance with outpatient follow-up by women victims of sexual violence treated at the Center for Women's Comprehensive Healthcare at the State University in Campinas, São Paulo State, from January 2000 to December 2006. We observed a significant increase in the return for scheduled appointments. In 2000, 41% of the women completed the six-month follow-up, and by 2006 the proportion had increased to 70%. Some 70% of the women appeared for treatment within 24 hours after being raped. Sexual assault by perpetrators known to the victims tripled during this same period. There were changes in the forms of intimidation and a

  1. Mulheres indígenas brasileiras: educação e políticas públicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Grubits

    2014-04-01

    Full Text Available Este trabalho contém relatos e reflexões sobre gênero nas suas interfaces com trabalho, poder e participação política da mulher nas comunidades indígenas Guarani/Kaiowá, Kadiwéu e Terena, de Mato Grosso do Sul. No caso dos Guarani/Kaiowá, as mulheres de Dourados têm uma participação mais ativa dentro e fora da comunidade para auxiliar na renda familiar, e estimulam mais seus filhos para estudar e chegar até a universidade. Entre os Kadiwéu, o fato mais relevante é a questão do poder político das mulheres e uma divisão de papéis entre homens e mulheres, sem que seja atribuído mais valor a um papel do que a outro. No estudo com os Terena, observamos que a relação próxima com a sociedade nacional vem propiciando muitas transformações e uma atuação cada vez maior da mulher dentro e fora da comunidade.

  2. Futuro de las vacunas contra hepatitis B

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando de la Hoz Restrepo

    2004-03-01

    Full Text Available

    Las hepatitis virales representan una de las amenazas más importantes para la salud del hombre. Más de 350 millones de personas son portadoras del virus de la hepatitis B (VHB y más de 900 millones han sido infectados alrededor del mundo. En este momento se cuenta con una vacuna recombinante segura y efectiva contra este virus, la cual es producida en células de levadura y contiene el antígeno de superficie del VHB como inmunogeno. En Colombia han recibido la vacuna mas de 5 millones de personas, especialmente menores de 15 años, mientras que en el mundo llega a más de 500 millones de personas. Muchos han sido los países donde la introducción de la vacuna ha llevado a una dramática reducción de los niveles de endemicidad de VHB y entre ellos pueden contarse algunas zonas endémicas de nuestro país. En esos sitios se ha constatado que la prevalencia de la infección y de portadores, se ha reducido en más de un 70% después de la introducción de la vacuna e incluso en Taiwán se ha demostrado ya, una reducción en la incidencia de carcinoma hepatocelular.

    Pese a estos éxitos, algunas características epidemiológicas de la hepatitis B como el alto número de portadores y la posibilidad de transmisión intrauterina, hacen pensar que la eliminación de la infección por VHB está lejos todavía. Adicionalmente hay una proporción de personas, que no desarrolla anticuerpos protectores contra el virus a pesar de recibir un esquema de vacunación adecuado. Debido a ello se ha avanzado en el diseño de vacunas contra VHB mejoradas en su capacidad inmunogénica, tales como vacunas que contienen combinaciones de antígeno de superficie (HBsAg y de otras dos proteínas de la envoltura, las pre S. Otra variación de la vacuna que está en desarrollo, es la incorporación de antígenos mutantes

  3. Nuevos avances y retos en la lucha contra el terrorismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Escribano Úbeda-Portugués

    2009-01-01

    Full Text Available El fenómeno del Terrorismo tiene un carácter eminentemente de consecución de objetivos políticos, lo cual diferencia tal actividad ilícita respecto a las actividades ilícitas propias de la Delincuencia Organizada. Aunque en la financiación del Terrorismo, los grupos terroristas realizan actividades ilícitas propias de la Delincuencia Organizada como el tráfico ilícito de drogas, el tráfico ilícito de armas o el Blanqueo de Capitales.La evolución normativa contra el Terrorismo es amplia, habiéndose desarrollado proyectos de instrumentos jurídico internacionales ya en el Derecho Internacional Clásico.En cuanto al marco jurídico actual, cabe resaltar que la obra de Naciones Unidas al respecto es amplia. Existen actualmente 13 Convenios sobre las distintas manifestaciones del Terrorismo. De ellos hay cuatro Convenios sobre Terrorismo Aéreo; dos sobre el Terrorismo Marítimo; dos sobre el Terrorismo Nuclear; uno sobre el Terrorismo contra personas internacionalmente protegidas; uno contra el Terrorismo de toma de rehenes; uno sobre explosivos plásticos; uno sobre atentados terroristas con bombas, y por último, un Convenio Internacional contra la financiación del Terrorismo.La obra de Naciones Unidas al respecto es amplia, pero está fragmentada en torno a cada una de las manifestaciones del Terrorismo. Bien es verdad que Naciones Unidas ha conseguido crear órganos ad hoc en el marco del Consejo de Seguridad o que ha realizado numerosas Resoluciones al respecto tanto del Consejo de Seguridad, como a nivel de la Asamblea General. Estamos, por tanto, ante un carácter fragmentario del marco jurídico actual en la lucha contra el Terrorismo en el plano de Naciones Unidas por falta de consenso sobre el concepto mismo de “ Terrorismo “.El problema de definir de forma consensuada el concepto se encuentra en la dificultad de trazar la línea divisoria entre actividades terroristas y movimientos de liberación nacional. Por ello se

  4. Mulheres em cargos profissionais de chefia: o paradoxo da igualdade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabia Alberton de Silva Galvane

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo O artigo aqui apresentado foi construído a partir de informações obtidas em uma pesquisa realizada no ano de 2009, apresentada como Trabalho de Conclusão de Curso da Psicologia, ao Centro Universitário Barriga Verde - UNIBAVE (GALVANE, 2009. A pesquisa teve como objetivo geral verificar os sentidos produzidos por mulheres que ocupam cargos de chefia em indústrias de uma cidade do sul de Santa Catarina, Brasil. O modelo de pesquisa foi o qualitativo proposto por González Rey (2005. Os sujeitos da pesquisa foram sete mulheres e as informações obtidas por meio de entrevistas semiestruturadas. Neste artigo, propõe-se revisar informações obtidas e ampliar discussões outrora realizadas, utilizando-se das contribuições teóricas de Joan Scott e Judith Butler. Entre outras questões relevantes, o estudo sugere que as entrevistadas utilizam concepções baseadas em “certa essência feminina” como estratégia de visibilidade, permanência e poder no mercado de trabalho.

  5. Impacto da vacinação contra influenza na mortalidade por doenças respiratórias em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Maria Stolses Bergamo Francisco

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: As doenças respiratórias, particularmente as infecciosas, vêm se tornando cada vez mais representativas na morbi-mortalidade da população idosa. O objetivo do estudo foi analisar a tendência de mortalidade por doenças respiratórias e observar o impacto da vacinação contra influenza nos coeficientes de mortalidade. MÉTODOS: O estudo foi realizado no período de 1980 a 2000 em idosos residentes no Estado de São Paulo, utilizando-se dados de mortalidade do Sistema de Informações de Mortalidade do Ministério da Saúde. Trata-se de estudo ecológico de séries temporais. Foram analisadas as tendências das taxas padronizadas de mortalidade por doenças respiratórias infecciosas, segundo faixas etárias (60 a 64, 65 a 69, 70 a 74, 75 a 79 e 80 ou mais anos e sexo, por meio de modelos de regressão polinomial. Foram calculados intervalos de confiança para a resposta média esperada nos anos subseqüentes à intervenção. RESULTADOS: Os coeficientes aumentaram para ambos os sexos na população idosa. Após a intervenção nota-se tendência ao declínio dos indicadores de mortalidade. Para a população idosa masculina, o coeficiente médio no período de 1980 a 1998 foi de 5,08 óbitos por mil homens com aumento linear não constante de 0,13 ao ano; em 2000, o coeficiente observado foi de 4,72 óbitos por mil homens. Já para as mulheres de 60 anos e mais, o coeficiente anual médio foi de 3,18 óbitos por mil mulheres com incremento não constante de 0,08 ao ano; no ano de 2000 o coeficiente observado foi 2,99 óbitos por mil mulheres, além da redução significativa dos mesmos em todas as faixas etárias. CONCLUSÕES: Os dados indicam a importância das doenças respiratórias entre os idosos e sugerem que a proteção específica contra influenza tem se refletido positivamente na prevenção da mortalidade por essas doenças.

  6. Mudando o foco: um estudo exploratório sobre uso de drogas e violência no trabalho entre mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro, Brasil Cambiando el foco: un estudio exploratorio acerca del uso de drogas y violência en el trabalho de mujeres de las classes populares de Rio de Janeiro, Brasil Changing the focus: an exploratory study of drug use and worplace violence among women of popular classes in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Maria Scherlowski Leal David

    2005-12-01

    Full Text Available Este é um estudo exploratório para o mapeamento de fatores envolvidos na relação entre uso de drogas lícitas e ilícitas e violência no trabalho, em um grupo de mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro. Para este estudo foi utilizada uma abordagem quantitativa descritiva e analítica, e também abordagem qualitativa a partir de entrevistas aprofundadas com mulheres que sofrem ou haviam sofrido situações de violência no trabalho, utilizando a metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo. Os resultados evidenciam situações sócio-demográficas e de trabalho que podem ser consideradas como possíveis fatores de risco para o consumo de drogas e violência no trabalho. A análise qualitativa mostrou a forma como este grupo de mulheres vê o fenômeno do uso de drogas e da violência no trabalho, ampliando a compreensão sobre estas questões e fornecendo subsídios conceituais e metodológicos para estudos adicionais sobre o tema.La finalidad de este estudio exploratorio fue conocer los factores relacionados con el uso de drogas lícitas e ilícitas y la violencia en el trabajo en un grupo de mujeres de clases populares en la ciudad de Rio de Janeiro. Para este estudio se utilizó una aproximación cuantitativa descriptiva y analítica, además de una aproximación cualitativa a partir de entrevistas en profundidad con mujeres que sufren o habían sufrido situaciones de violencia en el trabajo. Se utilizó la metodología de análisis del discurso del sujeto colectivo. Los resultados evidencian situaciones sociodemográficas y de trabajo que pueden ser consideradas como posibles factores de riesgo para el consumo de drogas y violencia en el trabajo. El análisis cualitativo muestra como este grupo de mujeres percibe el fenómeno del uso de drogas y de violencia en el trabajo, ampliando la comprensión sobre estas cuestiones y dando aportes conceptuales y metodológicos para estudios adicionales sobre el tema

  7. Aceptabilidad de la vacuna contra el virus papiloma humano en padres de adolescentes, en colombia

    OpenAIRE

    Wiesner,Carolina; Piñeros, Marion; Cortés, Claudia; Jaime Ardila, Jaime Ardila

    2012-01-01

    Objetivo La vacuna contra el VPH es una nueva tecnología disponible para el control del cáncer de cuello uterino. Se espera, que en el menor tiempo posible esta vacuna pueda tener cobertura universal. Este artículo presenta la aceptabilidad que tiene los padres de adolescentes en Colombia hacia la vacuna contra el VPH y hace una aproximación a sus determinantes. Métodos Estudio cualitativo en cuatro regiones en Colombia. Se realizaron 17 grupos focales con padres de niñas y niños entre 11 a 1...

  8. La contra-reforma del Estado y el trabajo en salud en los servicios

    OpenAIRE

    March,Claudia

    2011-01-01

    O presente ensaio objetiva contribuir para a análise da relação entre o Estado brasileiro e os trabalhadores de saúde em uma conjuntura de contra-reforma do Estado a partir de uma análise das proposições dos governos Fernando Henrique Cardoso e Luis Inácio Lula da Silva. Parto do pressuposto de que está em curso desde o primeiro governo Fernando Henrique Cardoso um processo de contra-reforma no setor saúde sutil, gradual e informal. Particularmente no que diz res...

  9. HIV/AIDS risk among female sex workers who use crack in Southern Brazil Riesgo frente al HIV/Sida entre mujeres trabajadoras del sexo que usan crack en el sur de Brasil Risco frente ao HIV/Aids entre mulheres trabalhadoras do sexo que usam crack no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monica Malta

    2008-10-01

    ó estudio cualitativo en Foz de Iguacu (Sur de Brasil, en 2003. Se realizaron 26 encuestas con profundidad y dos grupos focales con trabajadoras del sexo que utilizan crack frecuentemente. También se realizaron encuestas con profundidad con profesionales de la salud, líderes comunitarios y gerentes de políticas públicas, además de observaciones de campo. Los datos transcritos fueron codificados con ayuda del software Atlas.ti y el método grounded theory (teoría fundamentada en datos fue utilizada para analizar los datos y desarrollar un modelo conceptual como resultado de estudio. ANÁLISIS DE LOS RESULTADOS: Las trabajadoras del sexo que utilizan crack presentaron baja autopercepción del riesgo frente al HIV, a pesar de estar relacionadas con comportamientos de riesgo, como sexo desprotegido con múltiples parejas. Experiencias de violencia física y sexual con clientes, parejas ocasionales y estables fueron bastante frecuentes entre estas mujeres, perjudicando la negociación y el uso consistente de preservativos. Según los profesionales de la salud, los líderes comunitarios y los gerentes de políticas públicas, diversas trabajadoras del sexo usuarias de crack, viven en las calles o en barrios, raramente tienen acceso a los servicios de salud, de consejos y exámenes anónimos, de apoyo social y de salud reproductiva y pre-natal. CONCLUSIONES: Las profesionales del sexo que utilizan crack experimentaron varios problemas sociales y de salud que parecen influenciar sobre el riesgo a la infección por el HIV. Intervenciones de bajo umbral, amigables y dirigidas para cuestiones de género deben ser implementadas buscando facilitar el acceso a servicios de salud y de apoyo social en esa población. Tales iniciativas podrán también facilitar el acceso de ese grupo a servicios dirigidos a la salud reproductiva en general y estrategias específicamente dirigidas a la prevención del HIV/Sida y otras infecciones sexualmente transmisibles.OBJETIVO: Compreender o

  10. As hiper mulheres kuikuro: apontamentos sobre cinema, corpo e performance

    OpenAIRE

    Alice Fátima Martins

    2016-01-01

    Neste texto são trazidas à pauta algumas questões situadas no entrecruzamento de campos teórico-conceituais que incluem algumas discussões caras à cultura contemporânea. As relações entre corpo, memória e devir são abordadas a partir dos conceitos de performance, ritual e jogo. As análises são ancoradas no filme Itão kuegü: as hiper mulheres (2011), de Takumã Kuikuro, Carlos Fausto e Leonardo Sette, consideradas as circunstâncias de sua realização e veiculação, a narrativa fílmica e a presenç...

  11. Benefícios sobre a intensidade da dor, qualidade de vida e incapacidade de mulheres com dismenorreia submetidas a exercícios gerais versus método de Pilates: estudo-piloto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Cristina Taques Peruzzo

    2015-05-01

    Full Text Available Introdução: Dismenorreia primária é um distúrbio ginecológico caracterizado por dor relacionada à menstruação, sem causa patológica. Objetivo: Verificar e comparar a intensidade da dor, a incapacidade e a qualidade de vida em mulheres com dismenorreia primária submetidas a exercícios gerais versus Pilates. Métodos: Participaram do estudo 14 mulheres aleatorizadas em grupo de exercícios gerais (19,14±1 anos e de Pilates (20,57±1,8 anos. Ambos os grupos realizaram duas sessões por semana durante 50 minutos, no período de dois meses e meio, totalizando 20 sessões. O grupo de exercícios gerais realizou alongamentos e fortalecimentos dos músculos abdominais, lombares e assoalho pélvico. O grupo de Pilates, por sua vez, praticou exercícios para conscientização de pelve, com contrações do transverso e reto do abdômen, glúteos, períneo e eretores da coluna. As participantes responderam aos questionários de índice de incapacitação de Oswestry para dor lombar, Escala Visual Analógica (EVA, para medir a intensidade da dor e ao Questionário de Qualidade de Vida SF-36, antes e após a intervenção. Os dados foram considerados estatisticamente significantes quando p<0,05. Resultados: Foram encontradas melhoras significativas após a intervenção em ambos os grupos, em todas as avaliações. Em relação à diferença entre os grupos, na avaliação sobre a incapacitação para dor lombar, o  grupo de exercícios gerais teve melhor resultado (p<0,003 do que o grupo de Pilates, assim como no domínio de estado da saúde (0,03 do Questionário SF-36. Conclusão: A prática de exercícios físicos gerais e Pilates por mulheres com dismenorreia podem reduzir a dor e a incapacidade e melhorar a qualidade de vida.

  12. Sequential swallows have no influence on esophageal contractions of patients with iron deficiency anemia Deglutições não modificam as contrações esofágicas de pacientes com anemia ferropriva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Oliveira Dantas

    2004-03-01

    ções miastênicas em músculos envolvidos com a deglutição. Nossa hipótese é de que pacientes com anemia ferropriva têm diminuição das contrações esofágicas com uma seqüência de deglutições sucessivas. OBJETIVO: Avaliar as contrações esofágicas em pacientes com anemia ferropriva. PACIENTES E MÉTODO: Estudou-se a motilidade do esôfago de 12 mulheres com anemia ferropriva, com idades entre 31 e 50 anos (mediana 36 anos com ferro sérico de 11 a 40 mig/dL (mediana 21 mig/dL, e 13 mulheres assintomáticas, com idades entre 26 e 49 anos (mediana 35 anos com ferro sérico acima de 60 mig/dL. Foi utilizado o método manométrico com perfusão contínua. As contrações no esôfago foram medidas a 3, 9 e 15 cm da margem superior de sensor longo ("sleeve" colocado no esfíncter inferior do esôfago. Cada pessoa fez 10 deglutições de 2 mL de água, alternadas com 10 deglutições de 7 mL, com intervalo de 30 segundos entre as deglutições. Mediram-se a amplitude, duração, velocidade e área sob a curva das contrações. RESULTADOS: Não houve diferença entre as deglutições dos volumes de 2 mL e 7 mL. A amplitude, duração e área sob a curva foram menores nas pacientes do que nas voluntárias assintomáticas, principalmente em partes proximal e média do esôfago. Não houve diferença na velocidade. A seqüência de deglutições não modificou a amplitude, duração, velocidade e área sob a curva das contrações nas pacientes e nas assintomáticas. CONCLUSÃO: Embora as contrações esofágicas estejam diminuídas em pacientes com deficiência de ferro, a seqüência de deglutições não provocou modificações nessas contrações.

  13. Quando as mulheres têm voz: um estudo sobre raça, gênero e cidadania

    OpenAIRE

    Alexandre de Salles

    2010-01-01

    A presente tese analisa as representações atuais nos discursos de mulheres negras das camadas pobres urbanas do Rio de Janeiro, assim como suas relações sociais entre o gênero masculino e feminino na atualidade. Focaliza esta discussão de gênero, em torno de temas como: família, relações de trabalho, participação social, emancipação da mulher e direitos. A partir de pesquisa empírica de histórias de vida buscamos analisar, comparativamente, as expectativas, os estereótipos, os problemas e as...

  14. PORCIONAMENTO E CONSUMO DE SALADAS POR MULHERES COM DIETA GERAL EM UNIDADE DE INTERNAÇÃO HOSPITALAR

    OpenAIRE

    Patricia Viganó CONTRI; Japur,Camila Cremonezi; Martinez,Edson Zangiacomi; Marta Neves Campanelli Marçal VIEIRA

    2010-01-01

    Avaliar o porcionamento e o consumo de saladas em mulheres com prescrição de dieta geral em uma unidade de internação hospitalar. Durante 3 dias foi avaliado o consumo de saladas de 38, 36 e 40 mulheres, respectivamente. A quantidade consumida foi calculada pela diferença entre o total ofertado e os restos dos pratos das pacientes avaliadas. A variação do porcionamento foi caracterizada e comparada com a porção padrão da instituição (30g). No terceiro dia, foi aplica...

  15. Zombaria como arma antifeminista: instrumento conservador entre libertários Mockery as a conservative instrument among libertarians: Pasquim's antifeminism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachel Soihet

    2005-12-01

    Full Text Available Nos anos 1960, em meio à rebelião contracultural, acompanhada pela luta dos negros norte-americanos em busca dos direitos civis e pelos protestos contra a guerra do Vietnam, emerge a rebelião das mulheres. Irrompe uma nova vaga feminista nos Estados Unidos e na Europa, a qual também se manifestou vivamente no Brasil. Apontavam tais mulheres como uma mistificação a separação entre o público e o privado, entre o pessoal e o político, insistindo sobre o caráter estrutural da dominação, expresso nas relações da vida cotidiana. Dominação cujo caráter sistemático apresentava-se obscurecido, como se fosse produto de situações pessoais. No momento, o Brasil via-se acossado pela ditadura militar, destacando-se o empenho de alguns, inspirados nos ideais da contracultura, em opor-se ao regime, combatendo o autoritarismo e promovendo a crítica de costumes. A ridicularização era a sua arma, ressaltando-se, nesse particular, os membros do jornal O Pasquim. Paradoxalmente, porém, a mordacidade de muitos de seus articulistas voltou-se, igualmente, contra as mulheres que lutavam por direitos ou que assumiam atitudes consideradas inadequadas ao modelo tradicional de feminilidade e às relações estabelecidas entre os gêneros. Ridicularizavam as militantes, utilizando-se dos rótulos de "masculinizadas, feias, despeitadas", quando não de "depravadas, promíscuas", no que conseguiam tais articulistas grande repercussão. Depreende-se dessa conduta o temor da perda do predomínio masculino nas relações de poder entre os gêneros, no que evidenciavam forte conservadorismo, contrastante com a atitude vista como libertária de alguns desses elementos em outras situações.In the 1960s, amidst the counter-cultural revolution, women's rebellion emerged side by side with the struggle of North-American Blacks for civil rights and demonstrations against the Vietnam War. A new wave of Feminism broke out in the United States and in Europe, soon

  16. Violência doméstica contra mulheres e a atuação profissional na atenção primária à saúde: um estudo etnográfico em Matinhos, Paraná, Brasil Violencia doméstica contra mujeres y la actuación profesional en la atención primaria a la salud: un estudio etnográfico en Matinhos, Paraná, Brasil Domestic violence against women and professional intervention in primary healthcare: an etnographic study in Matinhos, Paraná State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Paulo Gomes Pereira

    2013-06-01

    Full Text Available A violência doméstica provoca múltiplas repercussões na saúde das mulheres e gera desafiadora agenda para os profissionais do SUS. Objetivou-se analisar como profissionais de saúde atendem tais mulheres, problematizando a noção de acolhimento em saúde. Adotou-se pesquisa qualitativa e aproximação etnográfica com profissionais de uma unidade básica de saúde (UBS de Matinhos, Paraná, Brasil. A pesquisa revelou atendimentos centrados em: (1 preceitos biologizantes, com foco em lesões físicas e medicalização; (2 diálogo, escuta ativa, questões psicossociais e estabelecimento de vínculos, destacando-se agentes comunitários de saúde nesta abordagem. A escassez de estrutura local oficial para manejo da violência doméstica enseja atuação inscrita sob a gramática do acolhimento, preconizada pelo SUS, descrita pela literatura, verbalizada na UBS, mas pouco problematizada. Com este artigo buscou-se, portanto, contribuir com tal debate, não no estabelecimento de prescrições, porém no levantamento de indagações e principalmente visibilizando e traduzindo vozes de quem trabalha diuturnamente com esse desafio.La violencia doméstica provoca múltiples repercusiones en la salud de las mujeres y genera una desafiante agenda para profesionales del SUS. El estudio tuvo por objetivo analizar cómo atienden los profesionales de salud a tales mujeres, problematizando la noción de acogida en salud. Se adoptó una investigación cualitativa y una aproximación etnográfica con profesionales de una unidad básica de salud (UBS de Matinhos, Paraná, Brasil. La investigación reveló atención centrada en: (1 preceptos biologizantes, centrándose en lesiones físicas y medicalización; (2 diálogo, escucha activa, cuestiones psicosociales y establecimiento de vínculos, destacándose los agentes comunitarios de salud en este enfoque. La escasez de estructura local oficial para el manejo de la violencia doméstica da pie a la actuaci

  17. Características reprodutivas de mulheres de 15 a 49 anos: estudos comparativos e planejamento de ações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olinto Maria Teresa A.

    1999-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A disponibilidade de dados sobre o perfil socioeconômico, demográfico e reprodutivo das mulheres tanto em nível nacional, regional e municipal permite comparações entre regiões além de oferecer subsídios para o planejamento de ações do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal de base-populacional com uma amostra de 3.002 mulheres de 15 a 49 anos residindo na zona urbana da cidade de Pelotas, RS. As informações socioeconômicas, demográficas e reprodutivas foram obtidas através de um questionário estruturado. A análise foi realizada através da comparação estatística de médias e proporções. Na análise da esterilização os dados foram controlados para a idade. RESULTADOS: Cerca de 56% das mulheres eram casadas/em união e 35% solteiras. Um terço das mulheres eram donas-de-casa e 50% tinham trabalho remunerado. Cerca da metade das adolescentes tinham vida sexual ativa, e dessas, 33% já tinham estado grávidas. Observou-se elevado percentual de gravidez indesejada principalmente entre as jovens. O número médio de filhos entre as mulheres de 45 a 49 anos - final da vida reprodutiva - foi de 2,4. Os métodos contraceptivos mais prevalentes foram a pílula e a esterilização. Entre as mulheres casadas/em união, 15% estavam esterilizadas. Cerca de 25% das mulheres acima de 35 anos haviam feito ligadura tubária. Entre as mulheres esterilizadas, 29,6% tinham tido perda fetal e 18,3% haviam tido pelo menos um filho prematuro. Entre o total de maridos/companheiros, 20% não aceitavam o uso de pelo menos um método contraceptivo. CONCLUSÕES: Os resultados confirmam a necessidade de uma maior atenção e desenvolvimento de programas especiais para adolescentes, de melhorias no acesso aos serviços, de expansão do uso das opções anticoncepcionais disponíveis e de ações programáticas e pesquisas sobre o tema "homem/saúde reprodutiva".

  18. Tabalho, HIV/AIDS: enfrentamento e dificuldades relatadas por mulheres Tabajo, VIH/SIDA: afrontamiento y dificultades señaladas por las mujeres Work and HIV/AIDS: coping and difficulties reported by women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Carvalho Mumic Ferreira

    2011-06-01

    Full Text Available A AIDS está entre as principais causas de mortalidade em mulheres de idade fértil, o que demonstra a magnitude com que essa infecção tem atingido a população feminina. Esta pesquisa visou compreender o papel do trabalho no enfrentamento da aids entre mulheres. A pesquisa foi realizada no Grupo Humanitário de Incentivo à Vida (GHIV, com 10 mulheres com idade entre 27 e 57 anos e tempo de soropositividade entre 5 e 10 anos. Análises de conteúdos da transcrição na íntegra das entrevistas permitiram identificar as seguintes categorias temáticas: “Sentidos do trabalho”; “Suporte psicossocial e preconceito”; e “Tratamento e absenteísmo”. Como resultado, o trabalho é visto como um lugar de acolhimento e suporte, mas também como um ambiente hostil, com o preconceito ainda visível. A implantação de programas nas instituições, visando minimizar a estigmatização e a discriminação, é vista como uma alternativa para a manutenção da qualidade de vida das pessoas soropositivas.El SIDA es una de las principales causas de mortalidad en mujeres en edad fértil, lo que demuestra la magnitud del impacto que esta infección ha llegado a tener en la población femenina. Esta investigación tuvo como objetivo determinar el papel que juega el trabajo en la lucha contra el SIDA entre las mujeres. La encuesta fue realizada por el Grupo Humanitário de Incentivo a la Vida (GHIV, a 10 mujeres seropositivas. El análisis de las transcripciones literales de las entrevistas permitió identificar categorías temáticas. Como resultado, el sitio de trabajo es visto no sólo como un lugar de acogida y apoyo, sino también como un ambiente hostil en donde el sesgo hacia los seropositivos sigue siendo evidente. La necesidad de implementar programas que minimicen el estigma y la discriminación es una alternativa para mejorar la calidad de vida de las mujeres portadoras del VIH.AIDS is among the leading causes of mortality in women of

  19. IMPRESSÕES DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS SOBRE A PRESENÇA DAS MULHERES NA CIÊNCIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Roberto Plaza Teixeira

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é analisar a presença das mulheres nas ciências naturais nos aspectos histórico, social e epistemológico e tem como objetivo esclarecer as formas como esta presença ocorre. É feita uma análise de uma pesquisa realizada com estudantes universitários de um curso de licenciatura em física sobre a relação entre as mulheres e a ciência. São analisadas, também, as estratégias e práticas pedagógicas de educação científica que melhor se adaptem ao perfil feminino para permitir que professores de ciências naturais atuem como agentes de mudanças de modo a atrair mais mulheres para este campo de conhecimento.

  20. Da mulher na Bíblia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacó Guinsburg

    2013-03-01

    Full Text Available Este artigo discute a figura e a representação da mulher na Bíblia. Elas são multidão no relato bíblico. Desde Eva, a cada página surge um vulto de mulher. Virtuoso ou pecador, desalmado ou abnegado, terno ou tirânico, ele suscita, hoje como outrora, a impressão viva de um temperamento, de um gesto, de um sentimento. O jogo sutil da psicologia e das motivações femininas, das suas relações com o mundo masculino, continua palpitando nas heroínas das Escrituras.

  1. EMPREENDEDORISMO FEMININO: MULHERES GERENTES DE EMPRESAS

    OpenAIRE

    Anna Beatriz Cautela Tvrzska de Gouvêa; Amélia Silveira

    2008-01-01

    A realidade da mulher gestora da micro e pequena empresa desperta interesse pelo estudo do gênero feminino no ambiente destas organizações. Analisar as características, considerações e entendimentos de um grupo de mulheres, que participam de uma associação empresarial de comercio e indústria de Santa Catarina, Brasil, constituiu-se no objetivo deste estudo. A pesquisa exploratória, com método qualitativo, foi realizada por meio de entrevista estruturada, com análise de conteúdo. Os resultados...

  2. Violencia contra las mujeres y alguien mas...

    OpenAIRE

    Piatti, Mª de Lujan

    2013-01-01

    La violencia contra las mujeres es una clara vulneración a sus derechos humanos. Es una violencia ejercida contra ellas por el solo hecho de ser mujeres; no se trata de casos aislados, sino que constituye un fenómeno social, presente en la sociedad actual sin distinción de razas, lugar geográfico, nivel cultural, religión, sistema político o económico. Investigar sobre “La violencia contra las mujeres y alguien más…”, desde una mirada multidisciplinar, significa bucear en las profundidades de...

  3. Representação social da mulher e interdiscurso em editoriais da revista Tpm

    OpenAIRE

    Alice Vasques de Camargo

    2016-01-01

    Esta pesquisa tem o objetivo de analisar a representação social da mulher construída discursivamente em editoriais da revista feminina paulista Tpm com foco na verificação das relações interdiscursivas estabelecidas pela voz autoral e na definição do perfil de leitora ideal do periódico por meio dos recursos de contração e expansão dialógica. O propósito da análise é identificar de que maneira a revista Tpm contribui ou não, enquanto veículo de comunicação, para uma mudança no cenário social ...

  4. Physician-patient communication in the prevention of female reproductive tract infections: some limitations Comunicação entre médicos e mulheres na prevenção das infecções do trato reprodutivo: algumas limitações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Y. Makuch

    2000-01-01

    Full Text Available The objective of this study was to describe the information that women with tubal infertility recalled having received from physicians when they consulted for a reproductive tract infection (RTI and the information physicians reported having provided to women consulting for RTIs. Interviews were conducted with 16 women presenting primary tubal infertility selected on the basis of purposeful sampling criteria. Also, 15 physicians working in the public health network in the city of Campinas, Brazil, were selected at random and interviewed. Analysis of the women's statements concerning previous RTI-related medical consultations showed that they did not recall having received any information on either prevention or the impact of RTI on their reproductive future. Analysis of interviews with physicians showed that the information they provided to women consulting for RTIs was incomplete and unclear. The information women recalled having received and that which physicians remembered having provided at the time of treating a patient with RTI was similar. In conclusion, these women lacked adequate or complete information and that it was probably not possible for them to adopt measures to avoid repetition of RTI and minimize risk of tubal infertility.O objetivo deste estudo foi descrever a informação que mulheres com esterilidade tubária lembravam haver recebido dos médicos quando elas compareceram à consulta em virtude de infeções do trato reprodutivo (ITR, assim como a informação que os médicos referiram dar-lhes no momento da consulta. Foram entrevistadas 16 mulheres com esterilidade primária de causa tubária, selecionadas seguindo o critério de amostra proposital. Foram selecionados ao acaso e entrevistados 15 médicos da rede pública de Campinas, SP, Brasil. A análise das respostas das mulheres mostrou que elas não lembravam de ter recebido informação a respeito de meios de prevenção ou sobre o impacto das ITRs em seu futuro

  5. Maus-tratos a idosos: revisão integrativa da literatura Abuso contra ancianos: revisión integradora de la literatura Elderly maltreatment: integrative review of the literature

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Annelissa Andrade Virgínio de Oliveira

    2013-02-01

    Full Text Available O estudo objetivou identificar, a partir de uma revisão integrativa da literatura, o conhecimento científico produzido entre 2005 e 2009, sobre maus-tratos contra idosos. Para tal, foram selecionados dezesseis estudos nos bancos LILACS e SciELO e na base BDENF. Dentre os dezesseis estudos, 56,25% compreendiam artigos originais. O periódico que mais publicou foi o Caderno de Saúde Pública (25%, sendo a maioria dos estudos desenvolvidos no Sudeste (56,25%. O levantamento revelou que a violência física foi predominante entre os idosos, sendo o domicílio o ambiente onde frequentemente ocorre a agressão, sendo os familiares os principais agressores. Entre os idosos agredidos, observou-se que as mulheres são as vítimas mais acometidas. Esses achados suscitam o desenvolvimento de outras pesquisas que possam clarificar as múltiplas dimensões da violência contra o idoso.El estudio tuvo como objetivo identificar, a través de una revisión bibliográfica integrada, los conocimientos científicos, producidos entre 2005 y 2009 sobre maltrato a ancianos. Con este fin, se seleccionaron dieciséis estudios en los bancos LILACS e SciELO e en la base de datos BDENF. De ellos, 56,25% eran artículos originales. La revista más utilizada para publicación, fue el Cuaderno de Salud Pública (25%, y la mayoría de los estudios se desarrollaron en el Sudeste (56,25%. La encuesta reveló que la violencia física era la más frecuente entre los ancianos; el entorno familiar es adonde ocurre con mayor frecuencia la agresión; y los familiares son los principales agresores. Entre las personas de edad que fueron atacados, se observó que las mujeres son las víctimas más afectadas. Estos resultados plantean el desarrollo de otras investigaciones que puedan aclarar las múltiples dimensiones de la violencia contra los ancianos.The study aimed to identify, through an integrative literature review, scientific knowledge, produced between 2005 and 2009 about the

  6. Cuidado de si e relações de poder: enfermeira cuidando de outras mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Renata Moura Rabelo

    Full Text Available RESUMO Objetivo: analisar o cuidado de si de enfermeiras e as relações de poder estabelecidas por elas no cuidado de outras mulheres. Método: revisão integrativa da literatura publicada entre os anos de 2005 e 2015. Compuseram a amostra 25 publicações. Resultados: estado da arte majoritariamente qualitativo com domínio de referenciais de uma perspectiva libertadora, pautada na humanização, autonomia e empoderamento como estratégia de redução de riscos na prática do cuidado à mulher. Os achados sugerem relações de poder solidificadas entre enfermeiras-mulheres, centradas no domínio profissional com forte concentração na formação da enfermeira sob o discurso patriarcal e de normalização da sociedade. Alguns estudos ponderam a importância da compreensão do poder na forma capilar, operando nos corpos dos indivíduos. Conclusão: há pouca discussão sobre o cuidado de si de enfermeiras e dos efeitos na sua prática profissional, indicando lacunas no conhecimento neste campo.

  7. Production of women on vulnerability to HIV / aids: an integrative review of the literature Produção sobre vulnerabilidades de mulheres ao hiv/aids: uma revisão integrativa da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Josefa Fernandes Beserra

    2015-12-01

    Full Text Available Objetivo: Conhecer os fatores associados às vulnerabilidades de mulheres ao HIV/aids. Métodos: Elaborou-se uma revisão integrativa nas bases de dados LILACS, SCIELO e MEDLINE, com os descritores HIV; SIDA; vulnerabilidade; saúde da mulher e/ou HIV; Aids; vulnerability; women's health, no período de 2002 a 2012. Resultados: A amostra de 40 artigos permitiu a identificação de 06 fatores: Ausência do preservativo em relacionamentos estáveis, Relações de gênero e poder, Submissão feminina nas relações afetivas, Racismo e violência contra a mulher, Uso de drogas e Situação socioeconômica. Discussão: Evidenciou-se que a vulnerabilidade de mulheres ao HIV é resultado de um conjunto de fatores e características que levam a contextos de vulnerabilidade. Conclusão: Discutir essas vulnerabilidades implica em refletir sobre valores individuais ou de grupo, crenças, sexualidade, etnia, situação social, cultural, comportamentos de risco que estão levando as mulheres à contaminação, aumentando a epidemia da doença. Descritores: Vulnerabilidade; HIV; SIDA; Saúde da mulher.

  8. Mulheres na informática: quais foram as pioneiras? Women in computer science: who have been the pioneers?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Schwartz

    2006-12-01

    Full Text Available É importante mostrar que as mulheres tiveram papel imprescindível no desenvolvimento da área de software, para, deste modo, estimular as mulheres para a informática. Assim, o objetivo deste artigo é fornecer modelos femininos na área de informática, apresentando mulheres pioneiras que tiveram importante participação no desenvolvimento da computação. Sendo a informática uma ciência, a relação entre mulher e ciência é brevemente analisada, fornecendo um embasamento teórico dos motivos que levam a acreditar que as mulheres começaram a fazer ciência somente no século XX.It is important to show that women have had an essential role in the development of software, so as to stimulate women to computer science. Thus, the objective of this article is to show feminine examples in computer science, presenting pioneer women who have had an important participation in the development of computation. The relation between women and science is briefly analyzed, supplying a theoretical ground for the reasons that led us to believe that women started in the world of science only in the 20th century.

  9. A pouca visibilidade da mulher brasileira no tráfico de drogas

    OpenAIRE

    Souza,Kátia Ovídia José de

    2009-01-01

    Entre os estudos sobre a violência de gênero e violência conjugal, a atenção recai sobre a mulher como vítima. Sem minimizar a importância desta questão, com base em uma discussão teórica com autores da área da saúde e da sociologia em saúde da década de 2000, este artigo tem como objetivo investigar a violência feminina. A literatura sobre violência de gênero tem poucas referências sobre a visibilidade da mulher como autora de atos de violência, especificamente o tráfico de drogas, o princip...

  10. Diferença de letalidade hospitalar do infarto agudo do miocárdio entre homens e mulheres submetidos a angioplastia primária Difference in the case-fatality rate of acute myocardial infarction between men and women submitted to primary angioplasty

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Santana Passos

    1998-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar a letalidade hospitalar (LH de homens e mulheres submetidos a angioplastia transluminal coronária primária (ATCP como estratégia de reperfusão no infarto agudo do miocárdio (IAM. MÉTODOS: Estudo de coorte retrospectivo baseado em informações de prontuários médicos de pacientes hospitalizados devido a IAM em hospital de referência para doença coronária, utilizando preferencialmente a ATCP como técnica de reperfusão miocárdica precoce. Foram incluídos 83 pacientes, 35 (42% mulheres e 48 (58% homens, que preencheram critérios para reperfusão miocárdica precoce. RESULTADOS: A média de idade das mulheres foi superior a dos homens (66±10 vs 58±11 anos; pPURPOSE: To compare the in-hospital case-fatality rate of men and women submitted to percutaneous transluminal coronary angioplasty (PTCA as a strategy of reperfusion in acute myocardial infarction (MI. METHODS: A retrospective cohort study based on information abstracted from medical records of MI patients admitted to a hospital where PTCA is used as the prefered method for early myocardial reperfusion. A total of 83 patients, 35 (42% women and 48 (58% men, who met the criteria for early myocardial reperfusion was included in the analysis. RESULTS: The mean age of women was higher than that of men (66±10 vs 58±11 years; p<0.001. The women also had a higher frequency of diabetes mellitus (37.1% vs 6.4%; p<0.001. Despite these differences in age and in the frequency of diabetes mellitus, the percentage of patients in whom the PTCA was considered successful was similar between men (83.3% and women (82.3%. The case-fatality rate was also similar between men and women; 14.6% and 14.3%, respectively. CONCLUSION: The possibility that the excess risk of death in women with MI may be reduced and even eliminated with the use of PTCA, supports to the need for the development of a clinical trial to assess this question.

  11. CIA and the Contras' cocaine connection

    OpenAIRE

    Kain, Victor

    2006-01-01

    The evidence shows that the government knew that the Contras’ decided to traffic cocaine to finance themselves. The government participated in the drug trafficking by not interrupting it. CIA ordered the Contras to traffic drugs. Traffickers were protected from prosecution and received government contract. The government knew and sanctioned the drug trafficking into the US to support the Contras. The White House urged lenience for at least one convicted trafficker and terrorist.

  12. Vacuna contra el VPH (HPV Vaccine)

    Centers for Disease Control (CDC) Podcasts

    2013-07-25

    Desde el 2006, hay una vacuna que protege contra los tipos de VPH que causan cáncer con mayor frecuencia. Este podcast habla sobre la importancia de que los padres hablen con los proveedores de atención médica de sus hijos sobre ponerles la vacuna contra el VPH.  Created: 7/25/2013 by MMWR.   Date Released: 11/4/2013.

  13. Correlação e reprodutibilidade de testes abdominais em mulheres jovens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maira Cristina Wolf Schoenell

    2013-09-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi relacionar os escores dos testes abdominais de um minuto, de dois minutos com banco, de uma repetição máxima (1RM, de repetições máximas com 70% de 1RM e teste de contração isométrica voluntária máxima (CIVM e verificar a reprodutibilidades dos mesmos em mulheres jovens. A amostra foi composta de 15 mulheres (26,22 ± 4,67 anos fisicamente ativas. Os testes foram realizados em dias alternados e randomizados, com intervalos mínimos de 48 horas. Após um intervalo de 7 a 10 dias, os testes foram reaplicados. Os resultados sugeriram que os testes abdominais apresentam boa capacidade de reprodutibilidade. Além disso, os testes de um minuto e de dois minutos apresentaram boa relação com o teste de força máxima (1RM, sendo que os testes de CIVM e de repetições máximas a 70% de 1RM não apresentaram correlação com os demais.

  14. Correlação entre a pressão de perda à manobra de Valsalva e a pressão máxima de fechamento uretral com a história clínica em mulheres com incontinência urinária de esforço Correlation of Valsalva leak point pressure and maximal urethral closure pressure with clinical history in women with stress urinary incontinence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Cezar Feldner Jr

    2002-08-01

    Full Text Available Objetivo: analisar a relação entre a pressão de perda com manobra de Valsalva e a pressão máxima de fechamento uretral com a queixa clínica em mulheres com incontinência urinária de esforço. Métodos: estudo retrospectivo no qual foram incluídas 164 pacientes com diagnóstico de incontinência urinária de esforço ou mista atendidas no setor de Uroginecologia e Cirurgia Vaginal do Departamento de Ginecologia da UNIFESP/EPM. As pacientes submeteram-se à anamnese padronizada, exame físico e estudo urodinâmico. A pressão de perda foi mensurada sob manobra de Valsalva (Valsalva leak point pressure - VLPP, com volume vesical de 200 mL. O perfil uretral foi realizado utilizando-se cateter de fluxo número 8, sendo medida a pressão máxima de fechamento uretral (PMFU. As pacientes foram agrupadas conforme a queixa clínica de perda urinária aos esforços e realizou-se análise estatística por meio do teste de chi² para verificar a proporção entre as variáveis. Utilizou-se, a seguir, a análise de variância (ANOVA para verificar diferenças entre VLPP e PMFU com relação à gravidade subjetiva da incontinência. Resultados: a média de idade foi de 51,2 anos (19-82, sendo que 79 encontravam-se no menacme (48,2% e 85 (51,8% na pós-menopausa. A paridade média foi de 4,0 filhos (0-18. Houve correlação entre o número de pacientes com VLPP inferior a 60 cmH2O e a queixa clínica (pPurpose: to analyze the correlation between Valsalva leak point pressure and maximum urethral closure pressure and clinical symptoms in women with stress urinary incontinence. Methods: we analyzed retrospectively 164 patients with urodynamic diagnosis of stress and mixed urinary incontinence established by the Urogynecology and Vaginal Surgery Sector of UNIFESP/EPM. All patients were submmited to medical interview, physical examination and urodynamic study. Patients were divided into groups according to the subjective degree of stress urinary

  15. Mulheres em cooperativas rurais virtuais: reflexões sobre gênero e subjetividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Ilka Jacinto Salvaro

    Full Text Available Este artigo busca apresentar uma reflexão sobre gênero e subjetividade, a partir da participação de mulheres em cooperativas rurais virtuais localizadas em municípios da região sul de Santa Catarina. Conforme define a literatura estudada, tal modelo de cooperativa se diferencia do modelo tradicional, pois, entre outros aspectos, não possui sede fixa, reúne um grupo de 20 a 30 agricultores e movimenta uma grande variedade de produtos em pequenas quantidades. Trata-se de uma análise ampliada com base em dados coletados em pesquisa desenvolvida no período de 2011-2012 (PIBIC-UNESC/CNPq. A pesquisa foi qualitativa e os dados foram obtidos por meio da entrevista semiestruturada. Foram entrevistadas dez mulheres, com idades entre 36 e 54 anos, participantes de três cooperativas. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas de acordo com procedimentos da análise de conteúdo. Os resultados e discussão apresentam o processo de formação das cooperativas, a participação e os produtos comercializados pelas cooperadas; além de discorrer sobre a participação de mulheres em cooperativas rurais virtuais, a visibilidade social e o reconhecimento do trabalho feminino. Em grande medida, foi possível verificar que a participação de mulheres em cooperativas possibilitou benefícios não apenas financeiros, pela comercialização da produção, mas também reconhecimento social e subjetivo.

  16. Atividade reflexiva com mulheres que sofreram violência doméstica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Eduarda Ramos

    Full Text Available Este trabalho está baseado em uma atividade reflexiva de grupo com mulheres que sofreram violência doméstica. Esse grupo teve como objetivos: promover discussões que propiciassem a reflexão das mulheres sobre novas formas de enfrentamento das situações de violência ou das consequências desta e formar uma rede social de apoio às mulheres e oportunizar vivências de interação entre as participantes para gerar aprendizagem, desenvolvendo mudanças na sua realidade social. Para isso, foram utilizadas reflexões de ensino-aprendizagem baseadas nas teorias de Paulo Freire, nas quais todos(as ensinam e aprendem. O grupo proporcionou a aprendizagem de novas formas de agir e pensar por meio da interação entre suas participantes. As mudanças foram percebidas através dos relatos sobre a forma pela qual conseguiam buscar seus direitos de igualdade de gênero, ou ainda, como estavam agindo, não se submetendo às agressões físicas e psicológicas de seus companheiros, repensando suas atitudes em relação a eles. Identificou-se, por meio deste trabalho, que, quanto mais agentes multiplicadores se mobilizarem para fazer algo, mais se promove uma sociedade que reflita sobre os papéis estabelecidos para mulheres e homens, sobre a desigualdade de gênero, os direitos humanos e a violência doméstica.

  17. Atividade reflexiva com mulheres que sofreram violência doméstica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Eduarda Ramos

    Full Text Available Este trabalho está baseado em uma atividade reflexiva de grupo com mulheres que sofreram violência doméstica. Esse grupo teve como objetivos: promover discussões que propiciassem a reflexão das mulheres sobre novas formas de enfrentamento das situações de violência ou das consequências desta e formar uma rede social de apoio às mulheres e oportunizar vivências de interação entre as participantes para gerar aprendizagem, desenvolvendo mudanças na sua realidade social. Para isso, foram utilizadas reflexões de ensino-aprendizagem baseadas nas teorias de Paulo Freire, nas quais todos(as ensinam e aprendem. O grupo proporcionou a aprendizagem de novas formas de agir e pensar por meio da interação entre suas participantes. As mudanças foram percebidas através dos relatos sobre a forma pela qual conseguiam buscar seus direitos de igualdade de gênero, ou ainda, como estavam agindo, não se submetendo às agressões físicas e psicológicas de seus companheiros, repensando suas atitudes em relação a eles. Identificou-se, por meio deste trabalho, que, quanto mais agentes multiplicadores se mobilizarem para fazer algo, mais se promove uma sociedade que reflita sobre os papéis estabelecidos para mulheres e homens, sobre a desigualdade de gênero, os direitos humanos e a violência doméstica.

  18. Os Homens são mais Racionais do que as Mulheres na Compra de Carros? Uma Comparação de Influências Culturais no Julgamento de Produto entre Brasil e Estados Unidos da América

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Breno Giovanni Adaid Castro

    2015-01-01

    Full Text Available Este estudo tem por finalidade identificar e comparar o tipo de julgamento utilizado no Brasil e nos Estados Unidos da América em relação à compra de automóveis, bem como a relevância dos Valores Humanos na avaliação. Brasileiros (n=542 e Norte - americanos (N= 449 responderam a dois instrumentos, a escala LOV ( List of Values (KAHLE; KENNEDY, 1988 e a escala de Julgamento e Significado (ALLEN, 1997, 2000. Os resultados sugerem que no Brasil o julgamento para a compra de automóveis é predominantemente afetiva, enquanto nos Estados Unidos é predominantemente passo a passo. Em ambos os países, as mulheres obtiveram escores mais altos no julgamento passo a passo para a compra do carro. Os valores de “Excitação” e “Ser Bem Respeitado’ estão relacionados com o julgamento afetivo em ambos os países, enquanto “Realização Pessoal” es tá relacionado com o julgamento passo a passo no Brasil e nos Estados Unidos. Esta pesquisa contribui para o avanço dos estudos de comportamento do consumidor, analisando o papel dos valores humanos no tipo de julgamento e significado que homens e mulheres usam para comprar carros no Brasil e nos EUA. Além disso, como implicações práticas, os resultados podem ajudar os gestores da indústria automobilística em seus processos de tomada de decisão, a fim de entender melhor o cliente, e para atender suas necess idades específicas, com vistas a desenvolver um relacionamento de longo prazo e rentável.

  19. A educação e o processo de inclusão: exclusão social da mulher: uma questão de gênero?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Maria Godoy Serpa da Fonseca

    Full Text Available Utilizando a categoria analítica gênero, este trabalho mostra como se dão historicamente as relações sociais (de poder entre homens e mulheres e como os valores femininos vão cedendo lugar aos masculinos. Nesse contexto, assume especial importância o processo educativo enquanto um dos determinantes da inclusão/exclusão social da mulher.

  20. La lucha contra la pobreza, un problema internacional

    OpenAIRE

    Hillenkamp, Isabelle; Servet,, Jean-Michel

    2015-01-01

    El artículo revisa siete décadas de ayuda al desarrollo y de lucha contra la pobreza, entendida primero a través de una comprensión global de los países «pobres» y luego en el contexto de una creciente conciencia de las disparidades entre países y de las desigualdades sociales internas. Se cubren así sucesivamente periodos tan diferentes como los inicios de la Guerra Fría y la descolonización, las grandes décadas del desarrollo de los años 1960 y 1970, bajo la influencia de las ideas keynesia...

  1. A permanência de mulheres em situações de violência: considerações de psicólogas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Madge Porto

    Full Text Available O objetivo desse artigo é identificar o que pensam psicólogas que atendem ou atenderam mulheres em situação de violência doméstica/conjugal, e as motivações para a permanência de algumas delas nessas situações. A proposta metodológica é um estudo qualitativo, utilizando-se entrevistas semiestruturadas e análise de conteúdo. Os resultados apontam como motivação para as mulheres permanecerem em situação de violência: a força do patriarcado; as marcas identitárias do amor romântico e os ganhos secundários das mulheres na experiência vivida. Esses resultados confirmam em parte estudos anteriores, porém, algo novo se destaca. Ao contrário do que apresentam alguns estudos, as psicólogas consideram a determinação sociocultural do fenômeno da violência contra as mulheres na construção do sofrimento psíquico e da intervenção proposta.

  2. O Rio de Janeiro e a mulher no léxico de canções da bossa nova

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Daruj Gil

    2016-03-01

    Full Text Available Este artigo trata do léxico de canções da bossa nova que têm como tema o Rio de Janeiro, com o objetivo de expor a relação entre a cidade e a mulher, marcada nesse conjunto vocabular.Selecionou-se um corpus de sete canções desse gênero musical, produzidas entre 1954 e 1964, e em seguida realizou-se o levantamento e organização do léxico no campo semântico cidade- mulher, conjunto linguístico no qual se concentrou a análise, que está fundamentada em orientações dos estudos do léxico (BIDERMAN, 2001; COSERIU, 1977; POTTIER, 1978; VILELA, 1994 e em princípios da análise crítica do discurso sociocognitiva (VAN DIJK, 2003a, 2003b.

  3. Entre o conformismo e o sonho: percepções de mulheres em situação de vulnerabilidade social à luz das concepções de Amartya Sen Between conformism and dreams: perceptions of women in social vulnerability situations from the perspective of Amartya Sen

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Alves Magalhães

    2011-12-01

    Full Text Available O estudo objetivou analisar a percepção de mulheres em situação de vulnerabilidade social, sobre seus sonhos e as formas de enfrentamento das adversidades presentes em seu cotidiano, buscando perceber como a situação de pobreza, segundo as concepções de Amartya Sen, interferiam em sua atitude perante a vida. Trata-se de um estudo qualitativo, realizado em agosto e setembro de 2007, no município de Paula Cândido-MG. Foram entrevistadas 110 mulheres (10% cadastradas no Programa Bolsa Família, selecionadas aleatoriamente. Os dados foram coletados por meio de questionário semiestruturado e analisados por meio da técnica de análise temática. Verificou-se que o desejo por uma "vida melhor" foi, em última instância, o maior sonho das mulheres entrevistadas, sendo o conjunto "educação-trabalho-dinheiro" o meio mais citado para se alcançar uma vida digna. Contudo, a baixa escolaridade, o trabalho precário e informal e a má remuneração constituíram obstáculos à realização de seus sonhos. Diante de tais adversidades, a atitude das entrevistadas variou desde o conformismo e desesperança até o autorreconhecimento de sua situação como sujeito no mundo, capaz de sonhar e acreditar na possibilidade de realização de suas aspirações, utilizando suas habilidades e recursos para lutar por uma "vida melhor". Ressalta-se que uma política de combate à pobreza - como o PBF - deve buscar a expansão das capacidades humanas, articulando-se com ações estruturais, a fim de atingir o objetivo último do referido programa: a emancipação sustentada das famílias beneficiadas e sua inclusão social.The study aimed to analyze the perception of women in situations of social vulnerability, about their dreams and ways of coping with adversities in their daily lives, trying to see how poverty, according to the concepts of Amartya Sen, interfered in their attitude towards life. It is a qualitative study, conducted in August and September

  4. Contra naturam, contra connubium: A sexualidade no cristianismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oscar Calavia Sáez

    Full Text Available Resumo O artigo trata das ideias e práticas cristãs a respeito da sexualidade, conectando dados numa série histórica de longa duração: a identificação do pecado original com o sexo, a instituição do celibato e da multiplicação dos impedimentos ao matrimônio entre consanguíneos, o conflito entre clero e laicado em volta dessas questões. Antes da Reforma, a Igreja criou um panteão (a Trindade e a Sagrada Família baseado em relações consanguíneas e excluindo a reprodução sexual, e se adequou a esse modelo, como uma irmandade utópica de fiéis. A moral sexual cristã deriva desta invenção de uma utopia social mais que de uma ética sexual patriarcal. Nesse sentido, há marcados paralelos com tendências atuais a respeito de sexo, gênero e família.

  5. GOL CONTRA! MAS... CONTRA QUEM? A LINGÜÍSTICA DE CORPUS E OS EQUIVALENTES DE TRADUÇÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Augusto Almeida Seemann

    2011-02-01

    Full Text Available O propósito deste estudo é mostrar como a Lingüística de Corpus pode ajudar o tradutor na busca por equivalentes tradutórios entre dois idiomas através de corpora comparáveis. Para exemplificar, procuramos equivalentes em espanhol para o termo “gol contra”, usado no Brasil com o sentido de o gol que um jogador de futebol faz contra o próprio time. Os corpora compostos de textos publicados em jornais do Brasil, da Espanha e da Argentina forneceram exemplos reais de uso, extraídos com o auxílio de ferramentas eletrônicas, e revelaram as formas como espanhóis e argentinos se referem ao “gol contra”.

  6. A PREVALÊNCIA DE INCONTINÊNCIA URINÁRIA EM MULHERES NA PÓS-MENOPAUSA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana de Oliveira Souza

    2015-08-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo verificar a prevalência de incontinência urinária em mulheres no período pós-menopausa e traçar o perfil epidemiológico dessa população. Foram entrevistadas quarenta mulheres com idade entre 50 e 82 anos, com um período mínimo de um ano de amenorreia. A coleta de dados foi realizada utilizando um questionário elaborado pelos próprios autores, que buscavam informações referentes a fatores de risco para a incontinência urinária e suas características clínicas. Dentre as mulheres entrevistadas, 20 apresentavam incontinência urinária, sendo que 70% das mulheres incontinentes eram caucasianas e 80% apresentavam alterações no Índice de Massa Corporal e não faziam uso de Terapia de Reposição Hormonal. Quanto ao histórico gineco-obstétrico, a maioria vivenciou 5 ou mais partos normais e foi submetida à histerectomia. Muitas mulheres entrevistadas relataram perda de urina em mais de uma situação da vida diária. Quando questionadas sobre o tratamento, 80% delas referiram nunca ter procurado ajuda médica e nenhuma delas fazia tratamento para a doença. Sendo assim, na assistência à saúde da mulher, mostra-se necessária a identificação do problema e de seus fatores de risco, assim como estratégias de intervenções para prevenção, diagnóstico e tratamento relacionados à perda urinária feminina.

  7. ALTERAÇÕES CITOLÓGICAS ASSOCIADAS A INFECÇÃO PELO PAPILOMAVIRUS HUMANO EM MULHERES ATENDIDAS EM UM HOSPITAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilly de Oliveira Silva

    2016-01-01

    Full Text Available O Papilomavírus Humano (HPV é atualmente a principal causa de virose sexualmente transmissível, sendo sua principal consequência o câncer de colo de útero. Neste contexto, este estudo teve como objetivo avaliar as alterações citológicas em mulheres atendidas em um hospital. Tratou-se de uma pesquisa do tipo quantitativa, de caráter documental, composta por 198 mulheres que apresentaram lesão devido à infecção pelo HPV e atendidas no Hospital Alpheu de Quadros. Os dados foram coletados por meio de registros arquivados no computador do hospital. Das mulheres infectadas pelo HPV, 66,7% tinham entre 20 e 39 anos e das que relataram sua iniciação sexual 61,6% tinham entre 16 e 20 anos. A maioria dessas mulheres foi diagnosticada com lesão intraepitelial de alto grau (HSIL seja na citologia ou na biópsia. O resultado pós Cirurgia de Alta Frequência apresentou-se positivo, pois houve diminuição de HSIL das mulheres. Ações de saúde pública podem prevenir a incidência e mortalidade pelo câncer de colo de útero quase que totalmente, desde que o planejamento destas ações esteja em concordância com o conhecimento científico atual.

  8. Aspectos metodológicos na prescrição de exercícios contra-resistidos: análise a partir de estudo realizado com universitárias - doi:10.5020/18061230.2006.p92

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Bagrichevsky

    2012-01-01

    Full Text Available A musculação, entendida como um conjunto sistematizado de exercícios contra-resistidos (EC-R, é um recurso usualmente empregado para o desenvolvimento de algumas capacidades musculares, tanto no contexto do desporto de rendimento, quanto em situações de reabilitação e/ou condicionamento físico de pessoas ‘não-atletas’. Contudo, para tornar adequada a prescrição de duas importantes variáveis (percentagem de peso máximo [%PM] e número máximo de repetições [NMR] em cada EC-R, que, sabidamente, varia em função do método adotado – desenvolvimento de força ou de resistência muscular –, é necessário considerar as características antropomórficas e fisio-metabólicas dos iniciantes. A partir de tais premissas, buscou-se averiguar em mulheres universitárias possíveis diferenças intra-individuais quanto ao NMR alcançado em dois exercícios designados para segmentos corporais diferentes e que utilizavam 80%PM. Os resultados evidenciaram que houve diferença nos valores absolutos do NMR entre membros inferiores e superiores, apesar de valor-p (?= 0,05 não ter sido estatisticamente significante. Contudo concluiu-se que este tipo de testagem pode oferecer informações importantes sobre as repercussões individuais na determinação da carga inicial dos exercícios contra-resistidos.

  9. Consulta coletiva: o espaço da mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dulcéa Machado Martins

    1991-06-01

    Full Text Available Este trabalho foi desenvolvido no S/CMS "Píndaro de Carvalho Rodrigues", Rio de Janeiro, 1988, por assistente social, nutricionista, enfermeira e médica. Teve como objetivos: melhorar a qualidade de atendimento; discutir os resultados dos exames, o tratamento e a importância do preventivo para a saúde da mulher; propiciar à mulher um fórum de discussões de suas questões; contribuir para a reciclagem dos profissionais, através da troca de experiências e de informações. A metodologia utilizada constou de agendamento para consulta subseqüente; avaliação dos resultados dos exames; estabelecimento da terapêutica; discussão coletiva dos resultados dos exames entre equipe e usuárias; discussão livre sobre temas de interesse das mulheres. Obtivemos como resultados: o aumento da oferta de consultas de primeira vez em 42,7%; do tempo de consulta em dez minutos por cliente; da cobertura de exame preventivo e de mamas; rastreamento de sífilis e gonorréia; melhora na qualidade do atendimento à mulher, enquanto ser integral: valorização de suas experiências e vivências, seja na discussão de queixas e problemas, seja na avaliação dos serviços de saúde. A relevância deste trabalho pode ser evidenciada no fato de ser uma experiência pouco comum, podendo servir como ponto de referência para a discussão sobre o aumento da oferta de consultas, aliado à qualidade no atendimento.This experience took place in a Medical Center, in Rio de Janeiro, in 1988. The group responsible for it included a social worker, a nutritionist, a nurse and a gynecologist. The aims were: to offer better health care; to discuss the importance, the results and the appropriate therapies of the Pap smear; to offer women an opportunity to meet and discuss their problems, experiences, desires, expectations; and to offer to the health professionals the opportunity to re-think their own practices. The methodology used was characterized by making appointments for

  10. Against inequality Contra la desigualdad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dugger William

    1998-12-01

    es impracticable porque el Estado siempre actua, aún cuando siga políticas económicas no intervencionistas. En contra del simplismo de quienes defienden la disyunción 'Estado o mercado'. En cuanto a la desigualdad, resume así el problema central de nuestra época: ¿Cuánta desigualdad creará y permitirá el Estado para preservar la estructura de mercado?

  11. Continuos g-contraíbles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michael A. Rincón-Villamizar

    2012-01-01

    Full Text Available Diremos que un continuo X es g-contraíble si existe una función continua y sobreyectiva f : X → X que es homotópica a una función constante. En este artículo hacemos una recopilación de los resultados conocidos acerca de los continuos g-contraíbles. Mostraremos que existe un continuo que no es g-contraíble tal que el producto numerable de él con sí mismo sí lo es.Con esto damos respuesta negativa a un caso particular de la Pregunta 3.2 que propusimos en el artículo “On g-contractibility of continua” [3].

  12. Associação entre gravidez não planejada e o contexto socioeconômico de mulheres em área da Estratégia Saúde da Família Asociación entre embarazo no planificado y el contexto socioeconómico de mujeres en el área de la Salud de la Familia Association between unplanned pregnancy and the socioeconomic context of women in the area of family health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edméia de Almeida Cardoso Coelho

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de gravidez não planejada e verificar a associação com fatores sociodemográficos de mulheres cadastradas na ESF - Estratégia Saúde da Família, no subúrbio sanitário de Salvador - BA. MÉTODOS: Estudo de natureza quantitativa, exploratório, transversal, com amostra de 191 mulheres grávidas, estratificada por unidades de saúde. A gravidez foi categorizada em planejada e não planejada, e as características sociodemográficas constituíram variáveis independentes. A magnitude das associações foi obtida pela razão de prevalência e respectivos intervalos de confiança (95%, estimada pela regressão de Poisson, sendo o nível de significância estatística, 5% (p OBJETIVO: Estimar la prevalencia de embarazos no planificados y verificar la asociación con factores sociodemográficos de mujeres registradas en la ESF - Estrategia Salud de la Familia, en el suburbio sanitario de Salvador - BA. MÉTODOS: Estudio de naturaleza cuantitativa, exploratoria, transversal, realizado con una muestra de 191 mujeres embarazadas, estratificada por unidades de salud. El embarazo fue categorizado como planificado y no planificado, y las características sociodemográficas constituyeron variables independientes. La magnitud de las asociaciones fue obtenida por la razón de prevalencia y respectivos intervalos de confianza (95%, estimada por la regresión de Poisson, siendo el nivel de significancia estadística, 5% (p OBJECTIVE: To estimate the prevalence of unplanned pregnancy and verify its association with sociodemographic factors in women enrolled in the FHS - Family Health Strategy, in suburban sanitary Salvador - BA. METHODS: A quantitative, exploratory, cross-sectional study, with a sample of 191 pregnant women, stratified by health units. The pregnancy was categorized into planned and unplanned, and sociodemographic characteristics constituted the independent variables. The magnitude of the associations was

  13. Representações sociais de mulheres sobre o cheiro do leite materno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gerlaine de Oliveira Leite

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Analisar as representações sociais de mulheres acerca do cheiro do leite materno. Métodos: Estudo qualitativo, realizado em 2015, com 33 mulheres/puérperas em um hospital universitário de Pernambuco, por meio de entrevista individual semiestruturada. Os dados coletados, submetidos ao software IRAMUTEQ, foram interpretados à luz da Teoria das Representações Sociais. Resultados: Dentre as representações sociais, a aceitação foi predominante, mesmo quando a percepção olfatória do cheiro do leite era desagradável, prevalecendo a importância desse alimento para a saúde da criança. Outras representações foram o incômodo causado pelo cheiro e os cuidados para amenizá-lo, o apoio do companheiro, o desprendimento no relacionamento interpessoal e a caracterização do olfato/sabor do leite. Conclusão: A aceitação foi a mais expressiva entre as representações sociais sobre o cheiro do leite, porém constataram-se percepções desagradáveis, evidenciando que estas particularidades do leite humano devem ser incluídas nas orientações à mulher e à família desde o pré-natal.

  14. Deficiência de ferro na mulher adulta The iron deficiency in adult woman

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilian P. Rodrigues

    2010-06-01

    Full Text Available A anemia ferropriva é a doença nutricional de maior prevalência no mundo, atingindo 20% a 30% da população. As mulheres, gestantes ou não, fazem parte dos grupos considerados vulneráveis. Entre as possíveis causas da anemia por deficiência de ferro, as perdas sanguíneas menstruais constituem o principal fator de anemia ferropriva da mulher adulta. A proposta deste estudo é rever as causas da anemia na mulher adulta, principalmente decorrente de sangramentos uterinos, assim como o diagnóstico e adoção de medidas preventivas.Iron-deficiency anemia is the most common nutritional disease in the world, affecting from 20 to 30% of the population. Women, both pregnant and otherwise, are included as groups considered vulnerable. Among the possible causes of iron-deficiency anemia, menstruation blood loss is the main cause of iron-deficiency anemia in adult women. The purpose of this study was to review the causes of anemia in adult women, in particular in relation to uterine blood loss including the diagnosis and the adoption of preventive measures.

  15. Saúde reprodutiva e mulheres indígenas do Alto Rio Negro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Azevedo

    Full Text Available O presente artigo descreve e analisa as concepções próprias das mulheres indígenas do Alto Rio Negro sobre saúde reprodutiva, relacionando-as a indicadores de fecundidade. As informações qualitativas apontam para um conhecimento detalhado e complexo que as mulheres indígenas dessa região possuem sobre seu corpo e os cuidados com sua saúde. Os níveis e padrões etários da fecundidade estão relacionados com a etnia das mulheres, portanto, aos sistemas tradicionais de cuidados com a saúde desses povos. A pesquisa foi desenvolvida entre 1997 e 2003, na região de Iauaretê, Terra Indígena Alto Rio Negro (AM, e teve como primeira fonte de dados o Censo Indígena Autônomo do Rio Negro - CIARN-, levado a efeito pela Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro - FOIRN - em 1992.

  16. Esperança em mulheres portadoras da infecção pelo HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli Teresinha Gimeniz Galvão

    2012-02-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a esperança na vida de mulheres infectadas pelo HIV mediante uso da Escala de Esperança de Herth (EEH. Participaram 111 mulheres portadoras de HIV atendidas em ambulatório de referência em Fortaleza-CE. De janeiro a maio de 2009, foram conduzidas entrevistas que captaram variáveis biopsicossociais e aplicou-se a EEH. Os dados analisados pelo programa SPSS-8.0 revelaram índice médio de esperança de 34,86, apontando que as mulheres possuem moderada esperança na vida diante da vigência do HIV, cujo item da escala com maior pontuação relacionou-se à fé (3,57. Isto provavelmente decorre do fato de a AIDS não ter cura, ser transmissível e produzir estigma, estando ainda relacionada à ideia de morte iminente. Conclui-se que a medida da esperança entre portadores de HIV, mediante o uso de um instrumento, possibilita avaliar e planejar intervenções, promovendo ajuda e motivação para viverem melhor e manterem a esperança na vida.

  17. Fatores associados a não realização de Papanicolau em mulheres quilombolas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Vasconcelos Oliveira

    2014-11-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi analisar os fatores associados a não realização do exame de Papanicolaou entre as mulheres quilombolas residentes em Vitória da Conquista, Bahia. Foi utilizado delineamento de estudo transversal de base populacional, com inclusão de mulheres com idade de 18-64 anos. Foram realizadas análise descritiva e de associação univariada e multivariada utilizando modelo logístico multinomial. Mulheres que nunca realizaram o exame ou o realizaram há mais de três anos foram comparadas separadamente com aquelas que realizaram o exame há menos de três anos. De 348 mulheres incluídas na análise, 27,3% afirmaram nunca ter realizado o Papanicolaou. Foram associados de forma independente com nunca ter feito o exame: faixa etária de 18 a 29 anos e 50 a 59 anos, não ter instrução, não ter companheiro, buscar atendimento relacionado à saúde em unidades/estabelecimentos diferentes de seu local de residência e ter realizado exame clínico das mamas há três ou mais anos ou nunca tê-lo realizado. Os achados indicam uma necessidade de reflexão, com o objetivo de melhor enfrentamento dos fatores que se associam à não realização do exame Papanicolaou entre as mulheres quilombolas, sendo importante contemplar ações de prevenção para o câncer de colo uterino.

  18. lucha contra una "religiosidad africana"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Arce Fustero

    2005-01-01

    Full Text Available Este artículo presenta algunas de las pautas discursivas, culturales y sociales que posibilitaron la contextualización del anticlericalismo dentro del con- flicto bipartidista de la Colombia contemporánea. Se parte de la idea de que el anticlericalismo se convirtió, en la mayoría de los países católicos, en una alternativa cultural y epistémica a la “crisis de sentido” que la modernidad y la pérdida del monopolio de la construcción social de la realidad que parte del catolicismo provocó. Dejamos entrever que es necesario superar los análisis basados en términos de “irracionalidad” o de “pura sed de venganza” a los actos de la furia anticlerical de abril de 1948. Considero que debe contextualizarse como el último y definitiva pugna, esta vez a cara descubierta, entre dos formas de ver el mundo y de entender las relaciones humanas con la divinidad, entre dos verdaderos sistemas omnicomprensivos que nacen con el inicio, provocado por la modernización religiosa, de las luchas políticas por el control del espacio o los sistemas de representación.

  19. Estratégias de enfrentamento da incontinência urinária por mulheres

    OpenAIRE

    2013-01-01

    Este artigo é parte de uma pesquisa qualitativa mais abrangente que utilizou como referencial teórico-metodológico a Grounded Theory e o Interacionismo Simbólico, resultando no modelo teórico denominado Entre o sofrimento e a esperança: a reabilitação da incontinência urinária como componente interveniente. Com a intenção de comunicar todo o conhecimento produzido, apresenta-se parte desse modelo, referente ao processo de enfrentamento da incontinência urinária por mulheres sem perspectivas d...

  20. Mulheres e cultura popular: gênero e classe no bumba-meu-boi do Maranhão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lady Selma Ferreira Albernaz

    2011-07-01

    Full Text Available O artigo trata o tema da participação das mulheres no bumba-meu-boi da região nordeste, no Maranhão (Brasil, uma festa da cultura popular que integra gênero e classe,bem como alguns aspectos de raça e geração. O bumba-meu-boi, que antes era percebido negativamente como uma manifestação da comunidade de homens negros e pobres que eram os encarregados da festa, ganhou agora visibilidade, reconhecimento e recursos públicos, o que proporcionou um aumento do número de mulheres que alcançaram poder na festa, e inclusive do número de pessoasbrancas de classe média participantes, fato que alterou a hierararquia da população negra e pobre. A exigência de contar com um prototipo de mulher coincide com o branqueamento das mulheres em quase todos os grupos, daí que agora aumentem as desigualdades entre as mulheres negras e brancas, entre classes e entre os grupos de bumba-meu-boi. A investigação analisa tais desigualdades derivadas.El artículo aborda el tema de la participación de las mujeres en el bumba-meu-boi de la región noreste de Maranhão (Brasil, una fiesta de la cultura popular que abarca género y clase, así como algunos aspectos de raza y generación. El bumba-meu-boi, que antes era percibido negativamente como una manifestación de la comunidad a cargo de hombres negros y pobres, ahora ha ganado visibilidad, reconocimiento y recursos públicos, lo que propició un aumento del número de mujeres que alcanzan el poder en la fiesta, e incluso del número de personas blancas de clase media participantes, hecho que ha alterado la jerarquía de la población negra y pobre. La exigencia de contar con un prototipo de mujer coincide con el blanqueamiento de las mujeres en casi todos los grupos, de ahí que ahora aumenten las desigualdades entre las mujeres negras y blancas, entre clases y entre los grupos de bumba-meu-boi. La investigación analiza tales desigualdades derivadas.

  1. Três décadas de resistência feminista contra o sexismo e a violência feminina no Brasil: 1976 a 2006 Three decades of the feminist resistance against sexism and violence towards women: 1976 to 2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lourdes Bandeira

    2009-08-01

    Full Text Available Análise das principais ações e estratégias de resistência desencadeadas pelo movimento feminista que, nos últimos trinta anos, no Brasil, buscou erradicar a diversas formas de violência existentes contra a mulher. Discute-se por um lado, a violência como estratégia de controle sobre o corpo feminino e, por outro, a ineficácia da Lei nº 9.099/95. Com a implementação da Lei Maria da Penha, uma importante conquista legislativa e jurídica no combate à violência contra a mulher, evidenciam-se mudanças nas estratégias socioculturais e nos recursos jurídicos utilizados no País; entretanto, expressões de violência institucional continuam presentes na cultura e nas práticas jurídicas. Tais expressões são parte de uma lógica moral masculina que ainda modela os procedimentos dominantes e que se faz presente nas instituições e entre os agentes públicos, assim como nos espaços privados e na família. Enfim, no conjunto da sociedade brasileira.This paper analyzes the main actions and resistance strategies unchained by the Brazilian feminist movement that, in the last thirty years, tried to eradicate violence against women. It discusses on one side, the violence as a control strategy on the female body and, on the other, the inefficacy of the Law N. 9,099/95. With the implementation of Maria da Penha's Law, an important legislative and juridical conquest in the struggle against violence towards women, changes are evidenced in the sociocultural strategies and in the juridical resources used in the country; however, expressions of institutional violence are still present in the culture and in the juridical practices. Such expressions are part of a male moral logic that still models the dominant procedures and that are present in the institutions and among public agents, as well as in the private sphere and in the family, in other words, in all Brazilian society.

  2. Contra pürib sajandi rahvakirjanikuks / Aivar Kull

    Index Scriptorium Estoniae

    Kull, Aivar, 1955-

    2001-01-01

    Contra [Konnula, Margus]. Suusamütsi tutt : luulet aastatest 1974-2000. Urvaste ; Tartu : Mina Ise, 2001. Vaata ka: Kull, Aivar. Kulli pilk. - Tartu : Ilmamaa, 2005, lk. 184-185, pealkirjaga "Contra - uue sajandi rahvakirjanik?"

  3. Prevalence of antibodies against hepatitis A virus among the Kuikuro and Kaiabi Indians of Xingu National Park, Brazil Prevalência de anticorpos contra o vírus da hepatite A entre os índios Kuikuro e Kaiabi do Parque Indígena do Xingu, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Mindlin Lafer

    2007-06-01

    Full Text Available A seroprevalence study to detect total antibodies against Hepatitis A Virus was done with 220 samples from 589 Native Indians from Xingu National Park, Brazil, in five Kaiabi and Kuikuro villages, the most populous ethnic groups. Using a commercial immunoassay kit we detected 97.7% positive samples (95% Confidence Interval: 95%-99%. We noticed a precocious seroconversion, before the age of six years, when the disease is usually asymptomatic. These results are similar to those found in the literature in non-Indian population studies of the Northern, Northeastern and West Central regions of Brazil. They suggest that it is not necessary to introduce vaccination against Hepatitis A in these highly endemic populations.Um estudo de soroprevalência para detectar anticorpos totais contra o Vírus da Hepatite A foi realizado com 220 amostras obtidas de 589 indivíduos de cinco aldeias indígenas das tribos Kaiabi e Kuikuro, as mais populosas do Parque Nacional do Xingu, Brasil. Utilisando um kit comercial de ensaio imunoenzimático, detectamos 97,7% amostras positivas (Intervalo de Confiança de 95%: 95%-99%, com uma soroconversão precoce, antes dos seis anos de idade, quando a doença costuma ser assintomática. Estes resultados são semelhantes aos resultados encontrados na literatura em estudos com populações não-indígenas das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil, e sugere que não há necessidade de introdução de vacinação contra Hepatite A nestas populações de alta endemicidade.

  4. Mulheres indigenas: poder e tradição Indigenous women: power and tradition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Grubits

    2005-12-01

    Full Text Available Este trabalho contém relatos e reflexões sobre gênero nas suas interfaces com trabalho, poder e participação política da mulher nas comunidades indígenas Bororo de Mato Grosso, Guarani/Kaiowá e Kadiwéu, de Mato Grosso do Sul. No estudo com os Bororo a valorização de uma mulher da comunidade se devia ao fato de ser ela guardiã da cultura e dos conhecimentos tradicionais e ao mesmo tempo uma importante interlocutora com o mundo do não índio. No caso dos Guarani/Kaiowá, os elementos mais importantes dizem respeito à saída dos homens da reserva e ao seu desejo se tornar homens da cidade, ao contrário das mulheres, que desejam ou necessitam manter a identidade Guarani e residir na reserva. Entre os Kadiwéu, o fato mais relevante é a questão do poder político das mulheres e uma divisão de papéis entre homens e mulheres, sem que seja atribuído mais valor a um papel do que a outro.This study contemplates reports and reflections about gender and the interfaces with work, power and woman's political participation within the Bororo indigenous communities in Mato Grosso, Guarani/Kaiowá and Kadiwéu ones, in Mato Grosso do Sul. In the study with the Bororo community, the woman valorization occurred because she represents the guardian of the culture and of the traditional knowledge, and at the same time, she is an important speaker for the Bororo and the non indigenous society. In the case of Guarani/Kaiowá community, the most important facts are, on one side, the departure of the men and their wish to become city men, and on the other, the women who wish or need to keep the Guarani identity and live in the reserve. In the Kadiwéu community, the most important fact is the women political power and a role division between men and women, without the attribution of more value to one role or the other.

  5. Prevalência de atividade física em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Terezinha Ferrari Jonck

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Investigar a prevalência de atividade física (AF em mulheres de Florianópolis- SC. Métodos: Estudo quantitativo e transversal, desenvolvido entre 2012 e 2013, realizado com 400 mulheres entre 20 e 59 anos da região urbana da cidade de Florianópolis. Utilizou-se um questionário autoaplicável contendo dados demográficos, peso e altura. Aplicou-se o questionário internacional de atividade física (IPAQ. Para a comparação das variáveis da atividade física, utilizou-se a ANOVA, e para comparação dos níveis (insuficientemente ativo, ativo e muito ativo de atividade física, o teste do Qui-quadrado. Adotou-se nível de significância de 5% (p<0,05. Resultados: Aproximadamente 58-76% das mulheres foram consideradas suficientemente ativas, sendo a atividade física de intensidade moderada a mais prevalente em todos os grupos etários, destacando-se a faixa etária de 46 a 59 anos (74 min/d. Do total, 58,7% (n=232 das mulheres moram com seus parceiros, 81,8% (n=327 possuem ensino superior, 74,5% (n=298 pertencem à classe econômica B, 46,8% (n=187 não possuem filhos e 74% (n=296 apresentam peso normal. No entanto, essas variáveis parecem não influenciar a prática de AF. Conclusão: Ressalta-se o elevado quantitativo de mulheres suficientemente ativas, sendo a atividade física de intensidade moderada mais prevalente em todos os grupos etários. Nesse sentido, elas atendem às recomendações para a prática de atividade física apontadas pelas agências de saúde.

  6. Abordagem psicossocial e saúde de mulheres negras: vulnerabilidades, direitos e resiliência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clélia R. S. Prestes

    Full Text Available Resumo Este artigo apresenta uma revisão crítica de teorias, técnicas e práticas que visam a potencialização da saúde de mulheres negras com foco em concepções sobre resiliência. Além da literatura acadêmica, em especial da psicologia, o texto mobiliza diferentes fontes sobre relações raciais, inclusive a produção do movimento social. Mulheres negras estão expostas à privação de direitos humanos, à ineficiência dos programas de governo na garantia do direito à educação e à saúde integral, entre outros. Estão também expostas à incidência frequente do racismo e do sexismo, que se traduzem em prejuízos à sua saúde. A concepção processual de resiliência adotada neste artigo, que resulta tanto da reflexão crítica sobre a literatura como de resultados de pesquisa apresentados, fortalece a adoção de uma perspectiva psicossocial, resultante da análise das vulnerabilidades integrada ao quadro dos direitos humanos. Conclui-se pela produtividade de iniciativas que incluam a sabedoria prática das mulheres negras e a valorização de experiências coletivas e transgeracionais que as apoiam para superar os contextos de alta vulnerabilidade a que estão expostas, estimulando a potencialização de processos de resiliência. Nessa perspectiva será necessário considerar não apenas o acolhimento das mulheres negras, mas também suas experiências e instâncias de pertencimento, suas trajetórias, suas redes, comunidades e territórios.

  7. Caracterização de mulheres climatéricas com Diabetes Mellitus Tipo II quanto ao comportamento de autocuidado

    OpenAIRE

    Rocha, Josiane Santos Brant; Freitas, Ronilson Ferreira; Vieira, Débora Ribeiro; Gomes, Guilherme Veloso; Costa, Brunna Librelon; Pereira Reis, Vivianne Margareth Chaves

    2013-01-01

    OBJETIVO: Caracterizar mulheres climatéricas portadoras de Diabetes Mellitus (DM) Tipo II, assistidas por Unidades Básicas de Saúde de Montes Claros, quanto ao comportamento de autocuidado. MÉTODOS: Trata-se de um estudo quantitativo, do tipo transversal, realizado com uma amostra de 96 mulheres climatéricas, entre 40 e 65 anos, que responderam formulário sociodemográfico, clínico e questionário para avaliar o autocuidado com o DM Tipo II. RESULTADOS: Pode-se observar maior prevalência de in...

  8. Drenagem linfática manual em mulheres submetidas à dermolipectomia de coxas após cirurgia bariátrica

    OpenAIRE

    2015-01-01

    Introdução: A drenagem linfática manual (DLM) tem se estabelecido como parte integrante nos tratamentos do edema linfático após cirurgias plásticas porém com poucas evidências. Objetivo: Avaliar o efeito da drenagem linfática em mulheres submetidas à dermolipectomia de coxas após cirurgia bariátrica. Médotos: Foram selecionadas 20 mulheres, com idade entre 20 e 60 anos, distribuídas aleatoriamente, em 02 grupos com 10 pacientes. As pacientes do grupo estudo realizaram 06 ...

  9. Presence of high-grade intraepithelial lesions among women deprived of their liberty: a documental study Presencia de lesiones intraepiteliales de alto grado a las mujeres privadas de libertad: estudio documental Presença de lesões intraepiteliais de alto grau entre mulheres privadas de liberdade: estudo documental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Renata Amorim Lessa

    2012-04-01

    Full Text Available The aim of this study was to analyze the results of the Pap smears of women deprived of their liberty. It is a retrospective, documental study, with a quantitative approach, performed in a female prison of Ceará, Brazil, with a sample of 672 patient records. Regarding the microbiological findings, it was verified that the main cervical-vaginal colonization was by bacilli suggestive of Gardnerella/Mobiluncus (21.8%, followed by Trichomonas vaginalis (12%, and Candida sp (5.8%. The frequencies of samples with atypical cells presented rates of 4.1% for Atypical Cells of Undetermined Significance; 3.2% for Low-grade Intraepithelial Lesions; and 2.5% for High-grade Intraepithelial Lesions. The importance of screening for cervical cancer in female prisons was highlighted, as well as the inclusion of the nurse in this environment, ensuring individualized, quality care for women deprived of their liberty.El objetivo fue analizar los resultados de la prueba de Papanicolaou de mujeres privadas de libertad. Tipo de estudio documental, con un enfoque cuantitativo, desarrollado en una cárcel de mujeres en Ceará-Brasil, con muestra de 672 archivos. En cuanto a los resultados microbiológicos se comprobó que el principal colonización de cáncer cervical-vaginal fueron los Bacilos sugestivos de Gardnerella/Mobiluncus con 21,8%, seguido de Trichomonas vaginalis 12% y Cándida sp 5,8%. Las frecuencias de las muestras con atipia celular se registraron tasas de 4,1% para Atipias de significado indeterminado; Lesiones Intraepiteliales de bajo grado 3,2% y Lesiones Intraepiteliales de alto grado 2,5%. La conclusión es la importancia de la detección del cáncer cervical en las cárceles de mujeres, así como la inclusión de los enfermeros en este entorno al tiempo que garantiza una calidad y una atención individualizada a las mujeres presas.Objetivou-se analisar os resultados dos exames citopatológicos de mulheres privadas de liberdade. Estudo documental

  10. Parto normal e cesárea: representações sociais de mulheres que os vivenciaram

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuela Beatriz Velho

    2014-04-01

    Full Text Available Realizou-se uma pesquisa descritiva, de natureza qualitativa, com o objetivo de conhecer as representações sociais do parto normal e da cesárea de mulheres que os vivenciaram. Foram realizadas entrevistadas episódicas entre julho a outubro de 2010, com mulheres que vivenciaram ambas as vias de parto, totalizando vinte participantes, com saturação teórica durante a coleta e análise de conteúdo. Os resultados revelam, na vivência da maternidade, representações como: a busca de informações; o vivenciar da parturição sozinha versus acompanhada; e a mulher não tem opção de escolha. O parto normal engloba temas centrais como: ambivalência de sentimentos; percepção positiva e hospitalização. A cesárea está relacionada com ambivalência de sentimentos, a solução de um problema e a preferência pela cesárea. O parto normal é um desafio para as mulheres; porém, os sentimentos positivos superam as dificuldades, enquanto que a cesárea está associada aos benefícios físicos de sua realização.

  11. Intenções reprodutivas de mulheres que vivenciam regime de alta fecundidade em um grande centro urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Muniz Néquer Soares

    2013-09-01

    Full Text Available Neste estudo quantitativo e de base populacional objetivou-se identificar as intenções reprodutivas de mulheres com cinco ou mais filhos, residentes em Curitiba, Paraná. Foram entrevistadas 441 mulheres em seus domicílios entre os anos de 2006 a 2008. Calcularam-se frequências, e o teste t de Student e o coeficiente de Spearman para algumas variáveis. Para análise das perguntas abertas utilizou-se a análise de conteúdo e se elaboraram tabelas com as categorias e as respectivas frequências. O estudo revelou que para 51% das mulheres o número ideal de filhos seria dois; 10% tiveram o número de filhos que desejavam. Em 113 casos (40,4% o marido preferia ter um número maior de filhos do que as mulheres. Identificaram-se dificuldades na definição e na conquista da fecundidade desejada, falhas na assistência à saúde reprodutiva e desigualdades sociais e de gênero. O monitoramento pelos gestores de saúde dos diferenciais de fecundidade é necessário para o alcance da justiça social e a garantia dos direitos humanos, sexuais e reprodutivos, no Brasil.

  12. Craving e prontidão para mudança em mulheres adultas jovens dependentes do tabaco

    OpenAIRE

    Araujo,Renata Brasil

    2010-01-01

    O objetivo desta pesquisa foi analisar o craving pelo tabaco em mulheres adultas jovens, verificando se existia associação entre este e os estágios motivacionais. O delineamento foi experimental e as participantes, que tinham entre 20 e 40 anos de idade foram distribuídas, aleatoriamente, em grupos de zero (n = 30) e 60 minutos (n = 30) de abstinência do tabaco. Os Instrumentos utilizados foram Ficha com Dados Soóciodemográficos, Questionnaire of Smoking Urges Brief (QSU-B), Fagerström Test f...

  13. Ave sol contra excrementum : Kiri / Harri Tibar

    Index Scriptorium Estoniae

    Tibar, Harri

    1996-01-01

    Peeter Sauteri novell 'Kõhuvalu'. Vastukaja : Bogovski, Paul. Surun kätt, dotsent hr. Tibar! // Sõnumileht. - 1996. - 24. apr. - Lk.14; Väljataga, Märt. Viisipärasus contra inimlähedus // Sõnumileht. - 1996. - 26. apr. - Lk.14

  14. Ave sol contra excrementum : Kiri / Harri Tibar

    Index Scriptorium Estoniae

    Tibar, Harri

    1996-01-01

    Peeter Sauteri novell 'Kõhuvalu'. Vastukaja : Bogovski, Paul. Surun kätt, dotsent hr. Tibar! // Sõnumileht. - 1996. - 24. apr. - Lk.14; Väljataga, Märt. Viisipärasus contra inimlähedus // Sõnumileht. - 1996. - 26. apr. - Lk.14

  15. Relacionamentos Afetivo-Familiares em Mulheres com Anorexia e Bulimia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Leonidas

    Full Text Available RESUMOEste estudo teve por objetivo investigar a rede social de apoio de mulheres com anorexia e bulimia, com ênfase em suas relações afetivo-familiares. A amostra foi composta por 12 participantes atendidas em hospital universitário. Os instrumentos utilizados foram: roteiro de entrevista semiestruturada, Mapa de Rede e Genograma. Os resultados indicaram que as redes sociais das participantes têm configuração restrita, com proeminência de membros da família em sua composição. Os relacionamentos familiares oscilam, contudo, entre turbulência e distanciamento afetivo. As relações de afeto mantidas com pais, cônjuges e namorados são marcadas por divergências e insatisfações. A baixa densidade da rede de amizades e o empobrecimento da vida social resultam em isolamento e dificuldades de dar início e/ou manter relacionamentos afetivos duradouros.

  16. Efecto de medidas preventivas contra la toxoplasmosis en embarazadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Mercedes Santacruz

    1992-06-01

    Full Text Available La incidencia de la infección por Toxoplasma gondii, fue estudiada en el laboratorio de Parasitología del Instituto Nacional de Salud en los sueros de 1000 mujeres embarazadas, seleccionadas entre las que asistieron al control prenatal en la Caja de Previsión, durante los años de 1987 a 1990. En los sueros se midieron anticuerpos específicos IgG contra el Toxoplasma gondii, por la técnica de Inmunofluorescencia Indirecta. El 59% de las mujeres fueron positivas con títulos entre 1:16 y 1:4.096, cifras que corresponden a las reveladas en el Estudio Nacional de Salud (ENS. El 41% de la población fue negativa. De estas negativas no se presentó ninguna seroconversión dando una incidencia de O en el grupo estudiado. Las embarazadas fueron instruidas sobre medidas preventivas para evitar la infección durante el embarazo, las cuales mostraron su eficacia, ya que ninguna de las negativas seroconvirtió durante el embarazo. Se recomienda, al lado de la vigilancia serológica, dar educación sobre la prevención de la infección.

  17. Angustia e mulher // Anguish and woman

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabeth da Rocha Miranda

    2012-06-01

    Full Text Available O artigo visa discutir, a partir dos postulados por Freud e Lacan, a possibilidade de uma angústia específica à mulher. Não há universal feminino e a posição feminina de um sujeito é referida ao modo como ele se relaciona com o gozo, isto é, situando-se do lado do gozo não-todo fálico. A questão seria então melhor formulada: haveria uma angustia específica da não-toda fálica? A angústia nas mulheres pode ser experimentada em aspectos diferentes; a angústia da mulher histérica cuja defesa é a inveja do pênis e a eternização da reivindicação fálica; a angústia da mãe que presentifica a possibilidade da perda do filho enquanto falo. Mas a angústia própria à mulher, ao não-toda fálica, é esta que tem relação direta com o S(A com a falta no Outro, com o gozo experimentado como infinito. // The article tries to discuss, based on Freud and Lacan premises, the possibility of a specific anguish in women. There is neither a female universe nor a female position in an individual more referred to the manner as it is related to the jouissance (sexual pleasure; i.e., being beside no- quite phallic jouissance. The question, then, would be better asked: would there be a no-quite phallic specific anguish? The anguish in women can be experimented in different aspects; the anguish of the hysterical woman whose defense is the envy of the penis and the perpetuation of the phallic claim; the anguish of a mother who thinks about the possibility of losing her child as phallus. But the proper anguish of woman, no-quite phallic, is that which is directly related to S(A the lack in the Other, with the jouissance experimented as infinite.

  18. Conduta na lesão intraepitelial de alto grau em mulheres adultas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pauliana Sousa Oliveira

    2011-08-01

    Full Text Available O câncer cervical é a segunda causa mais comum de câncer entre as mulheres no mundo, apesar de apresentar grande potencial de prevenção e cura quando diagnosticado e tratado precocemente, o que pode reduzir a taxa de mortalidade entre as acometidas. Como não há consenso entre as medidas terapêuticas nas lesões intraepiteliais escamosas cervicais de alto grau (HSIL, buscamos discutir a conduta frente às mulheres adultas que apresentam HSIL e o seguimento após o procedimento adotado. Foi realizada pesquisa eletrônica no Medline (através do PubMed, National Guidelines Clearinghouse, Google Acadêmico e Lilacs. Os consensos identificados foram avaliados segundo sua validade e recomendações. Em relação ao acompanhamento após o tratamento, o Europeu acompanha por citologia de 6/6 meses; o Australiano, citologia e colposcopia de 6/6 meses; o Americano preconiza a realização da captura híbrida em seis a 12 meses ou citologia em seis meses. Já o Projeto Diretrizes do Brasil recomenda que reavaliações clínicas e colpocitológicas devam ser realizadas a cada três ou quatro meses nos primeiros dois anos de seguimento. Estudos comparando o método "Ver e Tratar" com os três passos (histologia, colposcopia, biópsia concluíram que este último é indicado em mulheres LSIL/ASCUS antes de se submeterem à exérese da zona de transformação (EZT, enquanto que o "Ver e Tratar" é indicado em mulheres com HSIL comprovada na citologia e sugestiva na colposcopia, pois apresenta como vantagens, o baixo custo e a resolução imediata. Todos os consensos são unânimes ao afirmar que frente à HSIL comprovada, retira-se a lesão por meio de ablação ou conização ou EZT.

  19. Associação entre alergia prévia, infertilidade e abortamento Association of allergy, infertility and abortion

    OpenAIRE

    Renata Indelicato Zac; Valeska Marques de Menezes Machado; Luiz Ronaldo Alberti; Andy Petroianu

    2005-01-01

    OBJETIVO: Verificar a existência de associação entre alergia e abortamentos ou infertilidade. MÉTODOS: O estudo retrospectivo do tipo caso-controle foi conduzido por meio de entrevistas com 250 mulheres. Dentre 40 e 60 anos, distribuídas em dois grupos: Grupo 1 (n = 162): mulheres com relato de alergia e Grupo 2 (n = 148): mulheres sem passado alérgico. As entrevistadas foram aleatoriamente abordadas pelos autores nos ambulatórios de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital das Clínicas da UFMG....

  20. Violence against women: theoretical reflections Violencia contra mujeres: reflexiones teóricas Violência contra mulheres: reflexões teóricas

    OpenAIRE

    Leticia Casique Casique; Antonia Regina Ferreira Furegato

    2006-01-01

    Violence appears in different forms and circumstances and involves distinct kinds of violent acts against children, women, elderly and other defenseless persons. This serious problem, which degrades women's integrity, is denoted by terms like domestic violence, gender violence and violence against women. Gender violence can appear as physical, psychological, sexual, economic violence, as well as violence at work. Violence against women committed by their intimate partners can be analyzed thro...