WorldWideScience

Sample records for vulnerabilidade das mulheres

  1. Mulher e negra: dupla vulnerabilidade às DST/HIV/aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Naila Janilde Seabra Santos

    Full Text Available Resumo O objetivo deste trabalho é discutir os fatores determinantes da vulnerabilidade das mulheres negras a HIV/aids. Pela descrição e análise de dados socioeconômicos, de incidência e mortalidade de aids e da mortalidade de outras patologias, desenha-se o quadro epidemiológico que ressalta as iniquidades em saúde da população negra e, em particular, das mulheres desse segmento populacional. Quando comparadas às mulheres brancas, as negras apresentam, repetidamente, maior risco de adoecimento e morte. A discussão sobre violência sexual e doméstica reitera as disparidades e a maior vulnerabilidade social da mulher negra. As desigualdades socioeconômicas e o racismo institucional são as hipóteses explicativas para a alta vulnerabilidade às DST/aids das mulheres negras. Apenas com uma ampla gama de ações multissetoriais, incisivo enfrentamento do racismo institucional pelo Estado e fortalecimento do movimento social será possível iniciar a longa jornada para se alcançar o propalado princípio de equidade na saúde.

  2. Abordagem psicossocial e saúde de mulheres negras: vulnerabilidades, direitos e resiliência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clélia R. S. Prestes

    Full Text Available Resumo Este artigo apresenta uma revisão crítica de teorias, técnicas e práticas que visam a potencialização da saúde de mulheres negras com foco em concepções sobre resiliência. Além da literatura acadêmica, em especial da psicologia, o texto mobiliza diferentes fontes sobre relações raciais, inclusive a produção do movimento social. Mulheres negras estão expostas à privação de direitos humanos, à ineficiência dos programas de governo na garantia do direito à educação e à saúde integral, entre outros. Estão também expostas à incidência frequente do racismo e do sexismo, que se traduzem em prejuízos à sua saúde. A concepção processual de resiliência adotada neste artigo, que resulta tanto da reflexão crítica sobre a literatura como de resultados de pesquisa apresentados, fortalece a adoção de uma perspectiva psicossocial, resultante da análise das vulnerabilidades integrada ao quadro dos direitos humanos. Conclui-se pela produtividade de iniciativas que incluam a sabedoria prática das mulheres negras e a valorização de experiências coletivas e transgeracionais que as apoiam para superar os contextos de alta vulnerabilidade a que estão expostas, estimulando a potencialização de processos de resiliência. Nessa perspectiva será necessário considerar não apenas o acolhimento das mulheres negras, mas também suas experiências e instâncias de pertencimento, suas trajetórias, suas redes, comunidades e territórios.

  3. Contextos de vulnerabilidade para o HIV entre mulheres brasileiras Contexts of HIV vulnerability among Brazilian women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Naila J. S. Santos

    2009-01-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo identificar os contextos de vulnerabilidade para o HIV entre mulheres brasileiras. Entre novembro de 2003 a dezembro de 2004 foi realizado um estudo de corte transversal em 13 municípios distribuídos nas cinco regiões do país, incluindo, respectivamente, 1.777 mulheres com diagnóstico positivo para HIV e 2.045 mulheres usuárias de serviços públicos de atenção à saúde da mulher sem diagnóstico conhecido de soropositividade para o HIV. A comparação entre os dois grupos mostrou que as mulheres com diagnóstico de HIV/AIDS não apresentaram um número de parceiros significativamente diferente com relação às mulheres sem diagnóstico de HIV/AIDS. No entanto, as mulheres vivendo com HIV/AIDS apresentaram início da vida sexual mais precoce, menor aderência ao uso de preservativos, e uma maior proporção dessas mulheres relatou uso de drogas, ocorrência de DST e de violência sexual na vida. Tais resultados sugerem a importância de pensar em estratégias de prevenção voltadas para o fortalecimento das mulheres e não apenas focadas em seus comportamentos individuais.This article aims to identify contexts of vulnerability related to HIV among Brazilian women. From November 2003 to December 2004, a cross-sectional study was conducted in 13 municipalities in the five Brazilian regions. The study included 1,777 women with a positive HIV diagnosis and 2,045 women attending public health care services. There were no significant differences between the two groups concerning number of sexual partners. However, HIV-positive women had a history of earlier sexual initiation and lower frequency of condom use. Higher proportions of HIV-positive women had used drugs, had a history of previous STDs, and had been victims of sexual violence some time in their life. The findings suggest the importance of considering strategies for HIV prevention focused on women's empowerment as a whole, and not focused only on their

  4. Women´s vulnerability to violence and health damages under the perspective of rural social movements Vulnerabilidad de las mujeres a la violencia y daños de salud bajo la perspectiva de los movimientos sociales rurales Vulnerabilidade das mulheres à violência e danos à saúde na perspectiva dos movimentos sociais rurais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisiane Gomes Bonfim

    2013-07-01

    Full Text Available This text analyzes the situations of vulnerability to violence and damage to health from the perspective of women in rural settings. It appears that even with the participation in rural social movements and the struggle for better working conditions, women have greater social vulnerability in rural areas expressed by the inequality of access to state public services, as well as unequal access the labor market and land tenure, which is reflected in inequalities in health. It was observed that women were exposed to different vulnerabilities and to violence resulting in murder and other situations that affect the health and reflect inequalities of gender, race and class. It was evident that much stills needs to be modified so that the hierarchies of gender are reduced in Brazil. In this sense, it appears that both in the state, and in the Academy this is an issue that still needs to be contextualized and developed, aiming at the structuring of public policy.Este é um texto reflexivo que analisa as situações de vulnerabilidade à violência e danos à saúde na perspectiva de mulheres em cenários rurais. Constata-se que mesmo com a participação nos movimentos sociais rurais e na luta por melhores condições de trabalho, as mulheres apresentam maior vulnerabilidade social no meio rural, expressa pela desigualdade de acesso aos serviços estatais públicos, assim como a desigualdade de acesso ao mercado de trabalho e a posse da terra, que se reflete em desigualdades nas condições de saúde. Observou-se que as mulheres estiveram expostas a diferentes vulnerabilidades e à violência, resultando em assassinatos e em outras situações de comprometimento da saúde que refletem as iniqüidades de gênero, raça e classe. Evidenciou-se que muito necessita ser modificado para que as hierarquias de gênero sejam reduzidas no Brasil. Nesse sentido, constata-se que tanto no âmbito do Estado, quanto no âmbito da Academia essa é uma temática que

  5. Vulnerabilidad al VIH en mujeres en riesgo social Vulnerabilidade ao HIV em mulheres em risco social HIV vulnerability in women at social risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfonso Urzúa Morales

    2008-10-01

    ênero, comunicação com o parceiro e atitude frente ao preservativo. Para determinar o peso relativo de cada uma das dimensões na vulnerabilidade total realizou-se análise de regressão múltipla, utilizando a pontuação total da escala como variável dependente e cada uma das três dimensões como variável independente. RESULTADOS: Em geral, a dimensão com maior peso relativo foi a dimensão atitude frente ao uso de preservativo (0,542, seguida da relação com o parceiro (0,453 e papéis de gênero (0,379. Para mulheres donas de casa, observou-se uma variação: relação com o parceiro (0,597, atitude frente ao uso do preservativo (0,508 e papéis de gênero (0,403. Para as trabalhadoras em saúde o peso das dimensões foi: atitude frente ao uso de preservativo (0,638, relação com o parceiro (0,397, e papéis de gênero (0,307. CONCLUSÕES: Os resultados permitem inferir diferenças nos fatores que condicionam a vulnerabilidade ao HIV nos grupos de mulheres, sendo o papel de gênero o fator com maior capacidade preditiva de risco para aquelas em risco social.OBJECTIVE: To evaluate HIV/AIDS vulnerability by risk factors in women at social risk. METHODS: Study conducted in a sample of 178 female homemakers (n=101 and female health providers (n=77 from Antofagasta, Chile, in 20062007. Homemakers were considered at social risk. HIV vulnerability was estimated through a 21-item instrument comprising three domains: gender roles; relationship with the partner; and attitude toward condom use. For determining the relative weight of each dimension to total vulnerability a multiple regression analysis was carried out using the instrument's total score as dependent variable and each domain as independent variable. RESULTS: Overall, the domain showing the highest relative weight was attitude toward condom use (0.542, followed by relationship with the partner (0.453 and gender roles (0.379. There were weight differences between homemakers: relationship with the partner (0

  6. Perfil sexual de mulheres esterilizadas: comportamentos e vulnerabilidades

    OpenAIRE

    Ana Izabel Oliveira Nicolau; Maria Leonor Costa de Moraes; Diego Jorge Maia Lima; Samila Gomes Ribeiro; Priscila de Souza Aquino; Ana Karina Bezerra Pinheiro

    2011-01-01

    Teniendo en cuenta las peculiaridades y riesgos presentes en la vida sexual de mujeres esterilizadas registradas en la literatura, se planteó caracterizar el comportamiento sexual de esterilizadas e investigar la presencia de asociación entre variables sociales, demográficas y sexuales, 'visando identificar posibles vulnerabilidades. Estudio retrospectivo, documental, cuantitativo, realizado en el Centro de Parto Natural Líg¡a Barros Costa, en Fortaleza (CE), en julio/Züüd. Se investigó el hi...

  7. Gênero, vulnerabilidade das mulheres ao HIV/Aids e ações de prevenção em bairro da periferia de Teresina, Piauí, Brasil Gender, women's vulnerability to HIV/Aids and preventive actions at a neighborhood on the periphery of Teresina, Piauí, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Consolação Pitanga de Sousa

    2008-06-01

    Full Text Available Com a mudança ocorrida no curso da epidemia de Aids a partir dos anos 1990, marcada pelo aumento da incidência entre segmentos fora dos "grupos de risco", entre eles as mulheres, o conceito de risco individual foi substituído pela noção de vulnerabilidade social, abrangendo questões relacionadas ao comportamento coletivo, como as relações de gênero, além das ações do Estado voltadas para essas questões. Este artigo relata os achados de uma pesquisa de corte qualitativo realizada com mulheres adultas, vivendo relações conjugais estáveis, moradoras de bairro considerado de baixa renda, na periferia de Teresina. Para isso, buscou-se identificar a vulnerabilidade desse grupo à infecção pelo HIV, em função da utilização ou não de preservativo, bem como a relação desse aspecto com as relações de gênero vivenciadas pelos parceiros e o papel do Programa Saúde da Família nesse contexto. Verificou-se que a maioria das mulheres não faz uso contínuo do preservativo, por estar vivendo relação estável com parceiro fixo; entretanto, considera-se vulnerável, pois não tem absoluta confiança no comportamento sexual do parceiro. A negociação com o parceiro sobre o uso do preservativo é quase sempre difícil, e, por vezes, requer a alegação de que representa segurança para se evitar uma gravidez indesejada. Rassalta-se que o Programa Saúde da Família não incorpora a discussão sobre sexualidade e relações de gênero ao trabalho de educação em saúde da mulher por estar centrado no acompanhamento pré-natal e na redução do câncer ginecológico.With the change that started to occur in the course of the Aids epidemic from the 90s onwards, marked by an increasing incidence among segments outside the "risk group", including the women, the concept of individual risk was replaced by the notion of social vulnerability, encompassing questions related to collective behavior, such as gender relations, and also the actions

  8. Perfil sexual de mulheres esterilizadas: comportamentos e vulnerabilidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Izabel Oliveira Nicolau

    2011-01-01

    Full Text Available Teniendo en cuenta las peculiaridades y riesgos presentes en la vida sexual de mujeres esterilizadas registradas en la literatura, se planteó caracterizar el comportamiento sexual de esterilizadas e investigar la presencia de asociación entre variables sociales, demográficas y sexuales, 'visando identificar posibles vulnerabilidades. Estudio retrospectivo, documental, cuantitativo, realizado en el Centro de Parto Natural Líg¡a Barros Costa, en Fortaleza (CE, en julio/Züüd. Se investigó el historial médico de 277 mujeres esterilizadas, compuesto por una población con baja escolaridad, unidas marttalmente, con poca variedad de parejas sexuales y vida sexual iniciada tempranamente, asociada a la edad de la menarqula. Las enfermedades de transmisión sexual mostraron alta prevalencia, 81 (32,Sq!o, el uso de condones es poco frecuente 20(7,2%, especialmente entre mujeres que viven maritalmente. Por lo tanto, constituyen una población vulnerable, que carece de asistencia en planificación familiar que congregue la adopción de actitudes saludables para garantizar una vida sexual segura.

  9. Entre o conformismo e o sonho: percepções de mulheres em situação de vulnerabilidade social à luz das concepções de Amartya Sen Between conformism and dreams: perceptions of women in social vulnerability situations from the perspective of Amartya Sen

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Alves Magalhães

    2011-12-01

    Full Text Available O estudo objetivou analisar a percepção de mulheres em situação de vulnerabilidade social, sobre seus sonhos e as formas de enfrentamento das adversidades presentes em seu cotidiano, buscando perceber como a situação de pobreza, segundo as concepções de Amartya Sen, interferiam em sua atitude perante a vida. Trata-se de um estudo qualitativo, realizado em agosto e setembro de 2007, no município de Paula Cândido-MG. Foram entrevistadas 110 mulheres (10% cadastradas no Programa Bolsa Família, selecionadas aleatoriamente. Os dados foram coletados por meio de questionário semiestruturado e analisados por meio da técnica de análise temática. Verificou-se que o desejo por uma "vida melhor" foi, em última instância, o maior sonho das mulheres entrevistadas, sendo o conjunto "educação-trabalho-dinheiro" o meio mais citado para se alcançar uma vida digna. Contudo, a baixa escolaridade, o trabalho precário e informal e a má remuneração constituíram obstáculos à realização de seus sonhos. Diante de tais adversidades, a atitude das entrevistadas variou desde o conformismo e desesperança até o autorreconhecimento de sua situação como sujeito no mundo, capaz de sonhar e acreditar na possibilidade de realização de suas aspirações, utilizando suas habilidades e recursos para lutar por uma "vida melhor". Ressalta-se que uma política de combate à pobreza - como o PBF - deve buscar a expansão das capacidades humanas, articulando-se com ações estruturais, a fim de atingir o objetivo último do referido programa: a emancipação sustentada das famílias beneficiadas e sua inclusão social.The study aimed to analyze the perception of women in situations of social vulnerability, about their dreams and ways of coping with adversities in their daily lives, trying to see how poverty, according to the concepts of Amartya Sen, interfered in their attitude towards life. It is a qualitative study, conducted in August and September

  10. A vulnerabilidade da mulher idosa em relação à AIDS La vulnerabilidad de mujeres ancianas en relación a la SIDA Aged woman's vulnerability related to AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Marins Silva

    2010-09-01

    Full Text Available Trata-se de revisão sistemática da literatura que abrange o período de 1994 a 2009, cujo objetivo foi discutir a vulnerabilidade da mulher idosa em relação às Doenças Sexualmente Transmissíveis e Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids. Foi realizada a busca nas bases: Biblioteca Virtual em Saúde, Scientific Eletronic Library Online (SciELO, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS e Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE, usando-se como descritores vulnerabilidade, mulher e Aids. Foram analisados 18 textos incluindo artigos em periódicos, teses e dissertações. Concluiu-se que mulheres idosas e vulnerabilidade à Aids estão diretamente relacionadas, através de características de gênero que perpassam pela submissão, construídas histórica e socialmente. É fundamental o desenvolvimento de estudos que gerem publicações acessíveis às mulheres, de modo a possibilitar que estas possam ver a si mesmas como sujeitos em risco de contrair Aids pelo simples fato de serem mulheres.Este es una revisión sistemática de literatura que incluyó el período de 1994-2009, cuyo objetivo fue discutir la vulnerabilidad de la mujer anciana con respecto a Síndrome de la Imunodeficiencia Adquirida (Sida. La búsqueda poor los textos científicos fue cumplida en las bases Biblioteca Virtual em Saúde, Scientific Eletronic Library Online (SciELO, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS e Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE, usando los descriptores vulnerabilidad, mujer y Sida. Se analisaran 18 textos incluyendo artículos en periódicos científicos, tesis y disertaciones. Concluyese que mujeres ancianas y vulnerabilidad a la Sida están directamente relacionadas por características de género incluyendose la sumisión y que se construyeron histórica y socialmente. Consideramos como fundamental el desarrollo de estudios que

  11. Autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis e Aids em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silveira Mariângela F

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar comportamentos de risco e autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis (DST e à Síndrome de imunodeficiência adquirida (Aids em mulheres. MÉTODOS: Dos 281 setores censitários existentes na cidade de Pelotas, RS, foram selecionados 48 a partir de amostragem sistemática. Foi entrevistada uma amostra de 1.543 mulheres, de 15 a 49 anos, por meio de questionário composto de três partes (informações socioeconômicas, perguntas aplicadas em entrevista, questionário auto-aplicado. Para tabulação dos dados, foi utilizado o programa Epi-Info, versão 6.0. Para análise estatística dos dados foram usados o teste de Kappa e a razão de odds. RESULTADOS: Na amostra, 64% das mulheres achavam impossível ou quase impossível adquirir DST/Aids. Os principais comportamentos de risco foram o não uso de preservativo na última relação antes do depoimento (72%; início das relações sexuais com menos de 18 anos (47%; uso de álcool ou drogas pelo parceiro (14% ou pela mulher (7% antes da última relação; dois ou mais parceiros nos três meses que antecederam o depoimento (7% e sexo anal na última relação (3%; 44% das mulheres apresentaram dois ou mais comportamentos de risco. A sensibilidade da autopercepção, usando como padrão o escore de risco igual ou superior a dois, foi de 41 %. Sua especificidade de 67%. CONCLUSÕES: A autopercepção de vulnerabilidade não é um bom indicador, pois as mulheres não identificam corretamente seu nível de risco.

  12. Autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis e Aids em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariângela F Silveira

    2002-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar comportamentos de risco e autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis (DST e à Síndrome de imunodeficiência adquirida (Aids em mulheres. MÉTODOS: Dos 281 setores censitários existentes na cidade de Pelotas, RS, foram selecionados 48 a partir de amostragem sistemática. Foi entrevistada uma amostra de 1.543 mulheres, de 15 a 49 anos, por meio de questionário composto de três partes (informações socioeconômicas, perguntas aplicadas em entrevista, questionário auto-aplicado. Para tabulação dos dados, foi utilizado o programa Epi-Info, versão 6.0. Para análise estatística dos dados foram usados o teste de Kappa e a razão de odds. RESULTADOS: Na amostra, 64% das mulheres achavam impossível ou quase impossível adquirir DST/Aids. Os principais comportamentos de risco foram o não uso de preservativo na última relação antes do depoimento (72%; início das relações sexuais com menos de 18 anos (47%; uso de álcool ou drogas pelo parceiro (14% ou pela mulher (7% antes da última relação; dois ou mais parceiros nos três meses que antecederam o depoimento (7% e sexo anal na última relação (3%; 44% das mulheres apresentaram dois ou mais comportamentos de risco. A sensibilidade da autopercepção, usando como padrão o escore de risco igual ou superior a dois, foi de 41 %. Sua especificidade de 67%. CONCLUSÕES: A autopercepção de vulnerabilidade não é um bom indicador, pois as mulheres não identificam corretamente seu nível de risco.

  13. Subalternidade de gênero: refletindo sobre a vulnerabilidade para violência doméstica contra a mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Christina Macedo Piosiadlo

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Este artigo tem o objetivo de refletir sobre a violência de gênero praticada contra a mulher no espaço intrafamiliar, sobretudo, a relação entre a subalternidade de gênero no âmbito familiar e a vulnerabilidade para este tipo de violência. Resultados: A subalternidade de gênero e a violência contra mulher apresentam-se entrelaçadas na história e, conformam-se por meio da construção de gênero nas sociedades. As mulheres formam um grupo que é violentado, constantemente, e de diversas maneiras, como, agressões e abusos físicos, verbais e sexuais cometidos por parceiros ou ex-parceiros, familiares, amigos, desconhecidos, por instituições públicas ou pelo Estado. Conclusão: Para que os serviços de saúde possam se antecipar às doenças e agravos decorrentes da violência doméstica é essencial compreender os aspectos relacionados à vulnerabilidade da mulher para a violência, como um indicador da iniquidade e da desigualdade social que supera o conceito probabilístico de risco.

  14. Cidadania e feminismo no reconhecimento dos direitos humanos das mulheres

    OpenAIRE

    2012-01-01

    Este artigo examina ações de cidadania e de proteção dos direitos humanos das mulheres. Aborda a articulação global de movimentos de mulheres e feministas e o seu impacto na configuração de acordos internacionais e agendas públicas nacionais nos três últimos decênios. A análise busca a conexão entre estudos feministas, de gênero e de capital social para refletir sobre os padrões de inserção política feminina nos âmbitos mundial e brasileiro, avaliar os sentidos e significados dessa participaç...

  15. Agroecologia: Potencializando os papéis das mulheres rurais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana da Silva Andersson

    2017-04-01

    Full Text Available O artigo analisa se e como a agroecologia potencializa os papéis das mulheres rurais, em sua maioria agricultoras, dos municípios de Arroio do Padre e São Lourenço do Sul (RS. Através da realização de entrevistas em profundidade e da observação participante, o artigo analisa as percepções dessas mulheres a respeito das realidades por elas vivenciadas tanto no âmbito produtivo (lavoura como reprodutivo (doméstico. É importante destacar que, em Arroio do Padre, há um processo incipiente de “agroecologização”, ou seja, as unidades familiares encontram-se nos níveis iniciais da transição agroecológica. Já em São Lourenço do Sul, observou-se que essas mulheres atuam na agroecologia há mais de 40 anos. Estas distintas trajetórias conferem percepções de mundo diferenciadas entre os dois contextos sociais. Enquanto para as interlocutoras de Arroio do Padre a agroecologia pouco interfere em suas escolhas dentro e fora de casa, já para as entrevistadas de São Lourenço do Sul é essencial no repensar das relações estabelecidas no lar e no seu entorno, especialmente nos assuntos que tangem aos mercados e a sua valorização enquanto “agricultora”.

  16. Aborto e coerção sexual: o contexto de vulnerabilidade entre mulheres jovens Sexual coercion and abortion: a context of vulnerability among youth women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Bulegon Pilecco

    2011-03-01

    Full Text Available Neste estudo investigou-se a relação entre a prática do aborto e a declaração de coerção sexual. Os dados foram provenientes do GRAVAD, inquérito domiciliar com amostragem probabilística estratificada, realizado com jovens de 18 a 24 anos, no Rio de Janeiro, em Porto Alegre e em Salvador, Brasil. A amostra do presente artigo foi composta por 870 entrevistas de mulheres que reportaram ter tido gravidez. A declaração de aborto mostrou-se associada ao relato de uma experiência de coerção sexual, bem como à maior escolaridade da jovem, a não ter obtido as primeiras informações sobre relações sexuais com os pais e a um maior número de gravidezes e de parceiros. A associação entre o aborto e a coerção sexual evidencia um quadro de vulnerabilidade de gênero e denota a precariedade das negociações em termos de sexualidade e reprodução. O silenciamento da coerção sexual às instituições públicas contribui para aumentar a vulnerabilidade das jovens, impedindo o acesso a recursos educativos, jurídicos e de saúde, que poderiam auxiliar na ruptura das situações de coerção e prevenção de novas ocorrências.This study aims to investigate the relationship between abortion and experiences of sexual coercion. The data came from GRAVAD, a household survey with a stratified random sample of young women (18-24 years in Rio de Janeiro, Porto Alegre, and Salvador, Brazil. The sample used in this article included 870 interviews of women who reported having become pregnant. Abortion was associated with: a reported experience of sexual coercion, more schooling, failure to obtain first information about sex from parents, and a history of more pregnancies and sexual partners. The association between abortion and sexual coercion reflects a situation of gender vulnerability and reveals young women's precariousness in sex negotiation and reproduction. A veil of silence in public agencies concerning sexual coercion helps perpetuate

  17. Production of women on vulnerability to HIV / aids: an integrative review of the literature Produção sobre vulnerabilidades de mulheres ao hiv/aids: uma revisão integrativa da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Josefa Fernandes Beserra

    2015-12-01

    Full Text Available Objetivo: Conhecer os fatores associados às vulnerabilidades de mulheres ao HIV/aids. Métodos: Elaborou-se uma revisão integrativa nas bases de dados LILACS, SCIELO e MEDLINE, com os descritores HIV; SIDA; vulnerabilidade; saúde da mulher e/ou HIV; Aids; vulnerability; women's health, no período de 2002 a 2012. Resultados: A amostra de 40 artigos permitiu a identificação de 06 fatores: Ausência do preservativo em relacionamentos estáveis, Relações de gênero e poder, Submissão feminina nas relações afetivas, Racismo e violência contra a mulher, Uso de drogas e Situação socioeconômica. Discussão: Evidenciou-se que a vulnerabilidade de mulheres ao HIV é resultado de um conjunto de fatores e características que levam a contextos de vulnerabilidade. Conclusão: Discutir essas vulnerabilidades implica em refletir sobre valores individuais ou de grupo, crenças, sexualidade, etnia, situação social, cultural, comportamentos de risco que estão levando as mulheres à contaminação, aumentando a epidemia da doença. Descritores: Vulnerabilidade; HIV; SIDA; Saúde da mulher.

  18. Vulnerabilidade ao HIV entre mulheres usuárias de drogas injetáveis Vulnerability to HIV among female injecting drug users

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Nanci Silva

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar elementos da vulnerabilidade à infecção pelo HIV entre mulheres usuárias de drogas injetáveis. MÉTODOS: Foram realizadas 13 entrevistas semi-estruturadas com mulheres usuárias (ou ex-usuárias de drogas injetáveis, moradoras da Zona Leste do município de São Paulo, no ano de 2002. O roteiro das entrevistas abordou quatro eixos temáticos: contexto socioeconômico e relações afetivas, uso de drogas, prevenção contra a infecção pelo HIV e cuidados com a saúde. As entrevistas foram analisadas por meio de análise de conteúdo. RESULTADOS: A pobreza, ausência de vínculos afetivos sólidos e continuados, expulsão da casa da família de origem e da escola, exposição à violência, institucionalização, uso de drogas, criminalidade e discriminação foram constantes nos relatos das entrevistadas. Esses elementos dificultaram a adoção de práticas de prevenção ao HIV como o uso de preservativos, seringas e agulhas descartáveis, e a busca de serviços de saúde. CONCLUSÕES: A vulnerabilidade ao HIV evidencia a fragilidade da vivência efetiva dos direitos sociais, econômicos e culturais, o que demanda políticas voltadas para o bem-estar social de segmentos populacionais específicos como mulheres (crianças e adolescentes, de baixa renda, moradores da periferia, com pouco acesso a recursos educacionais, culturais e de saúde. Este acesso é dificultado especialmente àquelas que são discriminadas por condutas como o uso de drogas.OBJECTIVE: To assess some aspects of vulnerability to HIV infection in women users of injecting drugs. METHODS: Thirteen semi-structured interviews were performed with female drug users (or former users of injecting drugs, leaving in the East side of São Paulo, in 2002. The script of interviews approached four focal point issues: socioeconomic context and affective relationships, drug use, prevention against HIV and health care. Interviews were assessed through content analysis

  19. Autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis e Aids em mulheres Self-assessment of STD/AIDS vulnerability among women, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariângela F Silveira

    2002-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar comportamentos de risco e autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis (DST e à Síndrome de imunodeficiência adquirida (Aids em mulheres. MÉTODOS: Dos 281 setores censitários existentes na cidade de Pelotas, RS, foram selecionados 48 a partir de amostragem sistemática. Foi entrevistada uma amostra de 1.543 mulheres, de 15 a 49 anos, por meio de questionário composto de três partes (informações socioeconômicas, perguntas aplicadas em entrevista, questionário auto-aplicado. Para tabulação dos dados, foi utilizado o programa Epi-Info, versão 6.0. Para análise estatística dos dados foram usados o teste de Kappa e a razão de odds. RESULTADOS: Na amostra, 64% das mulheres achavam impossível ou quase impossível adquirir DST/Aids. Os principais comportamentos de risco foram o não uso de preservativo na última relação antes do depoimento (72%; início das relações sexuais com menos de 18 anos (47%; uso de álcool ou drogas pelo parceiro (14% ou pela mulher (7% antes da última relação; dois ou mais parceiros nos três meses que antecederam o depoimento (7% e sexo anal na última relação (3%; 44% das mulheres apresentaram dois ou mais comportamentos de risco. A sensibilidade da autopercepção, usando como padrão o escore de risco igual ou superior a dois, foi de 41 %. Sua especificidade de 67%. CONCLUSÕES: A autopercepção de vulnerabilidade não é um bom indicador, pois as mulheres não identificam corretamente seu nível de risco.OBJECTIVE: To investigate risk behaviors and self-assessment of the vulnerability to sexually transmitted diseases (STD and acquired immunodeficiency syndrome (AIDS among women. METHODS: A systematic sample including 48 of 281 census tracts in the urban area of Pelotas, Brazil, was selected. There were interviewed 1,543 women, aged between 15 and 49 years, who had ever been sexually active. Risk behaviors were assessed using a confidential

  20. Biopolítica, gênero e organismos internacionais: mercado dos direitos das mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Cristina Silveira Lemos

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Este artigo tem o objetivo de analisar práticas de governo das mulheres pela UNESCO e UNICEF a partir da perspectiva histórica e documental. Efetua-se uma crítica à instrumentalidade dos direitos das mesmas pelo gerenciamento neoliberal. Interroga-se a vertente do empreendedorismo proposto por estes organismos e também é analisado como estes órgãos regulam os corpos de mulheres pelas relações familiares, pela conjugalidade e pela educação dos filhos. Por fim, são problematizadas as articulações entre ações sexistas, o atravessamento de uma racionalidade biológica de gênero e o empoderamentos das mulheres na política para mediar conflitos na comunidade, em nome da segurança.

  1. Programa Bolsa Família e o empoderamento das mulheres em Minas Gerais

    OpenAIRE

    Moreira, Nathalia Carvalho

    2010-01-01

    O empoderamento na perspectiva de gênero emergiu como um tema importante no campo das políticas públicas. Por isso, este trabalho teve como objetivo analisar as dimensões do empoderamento alcançadas pelas mulheres beneficiárias do Programa de Transferência de Renda, conhecido como “Programa Bolsa Família”, a percepção dos agentes sociais dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) sobre o empoderamento das mulheres, assim como o impacto da transferência de renda sobre o...

  2. Gênero, sexualidade, corpo e trabalho: etnografia em um clube das mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arent, Marion

    2007-01-01

    Full Text Available Esta etnografia investiga papéis de gênero em um Clube das Mulheres. Observações e entrevistas foram utilizadas na coleta de dados. Clube das Mulheres (CM é um show de strip-tease masculino para mulheres apresentado numa boate do Rio de Janeiro. Neste contexto, como sujeitos e objetos, tanto homens quanto mulheres desempenham posições conflitantes. Corpos masculinos são dispostos para o consumo feminino, representando uma inversão dos papéis de gênero tradicionais, porém a masculinidade é sustentada pela sua apresentação corporal e pelos scripts sexuais representados no palco. Depois do show as mulheres interagem com os outros homens que então podem freqüentar o local, desempenhando um papel muito mais tradicional. Importantes transgressões com relação às posições de gênero são realizadas, mas as normas de gênero tradicionais estão ainda preservadas, em grande parte pela idéia de que as mulheres dependem de estimulos especiais para desejar ou fazer coisas para as quais os homens estariam supostamente sempre prontos

  3. Vulnerabilidad a infecciones de transmisión sexual y SIDA en mujeres en situación de desplazamiento forzado. Medellín, Colombia Vulnerabilidade a infecções de transmissão sexual e AIDS em mulheres em situação de deslocamento forçado. Medellín, Colômbia Sexually transmitted diseases and AIDS vulnerability in women in forced displacement situation. Medellin, Colombia.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zulima López Torres

    2010-03-01

    Full Text Available Objetivo:analizar las condiciones de vulnerabilidad social a las in- fecciones de transmisión sexual y SIDA (ITS/VIH/SIDA, en un grupo de mujeres en situación de desplazamiento forzado, que llegan a la ciudad de Medellín (Colombia. Metodología: eestudio cualitativo etnográfico, realizado de abril a agosto de 2008 en la ciudad de Medellín. Se entrevistaron 23 mujeres en diferentes instituciones prestadoras de servicios de salud. Resultados:el rompimiento abrupto de la vida cotidiana, la fragmentación de las redes familiares y sociales, la condición de género, y en algunos casos la violencia sexual antes, durante y después del desplazamiento, se relacionan con una mayor vulnerabilidad a las ITS/VIH/SIDA en la población de estudio. Conclusión:las condiciones de vulnerabilidad a este grupo de enfermedades en las mujeres del estudio se inician antes del momento de la expulsión y están presentes durante y después del desplazamiento.Objetivo: aanalisar as condições de vulnerabilidade social às infecções de transmissão sexual e AIDS (ITS/ HIV/AIDS, num grupo de mulheres em situação de deslocamento forçado, que chegam à cidade de Medellín (Colômbia. Metodologia: estudo qualitativo etnográfico realizado de abril a agosto de 2008 na cidade de Medellín. Entrevistaramse 23 mulheres em diferentes instituições prestadoras de serviços de saúde. Resultados: o rompimento abrupto da vida cotidiana, a fragmentação das redes familiares e sociais, a condição de gênero e, em algumas mulheres, a violência sexual antes, durante e depois do deslocamento, relacionamse com uma maior vulnerabilidade às ITS/HIV/AIDS na população de estudo. Conclusão: as condições de vulnerabilidade a este grupo de doenças nas mulheres de estudo se iniciam antes do momento da expulsão e estão presentes durante e depois do deslocamento.Objective: to analyze the social vulnerability to sexually transmitted diseases and AIDS (STD, AIDS, in a group

  4. Potencialidade do conceito de vulnerabilidade para a compreensão das doenças transmissíveis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcia Yasuko Izumi Nichiata

    2011-12-01

    Full Text Available O artigo traz a evolução e a contribuição da produção científica relacionada ao conceito de vulnerabilidade e sua potencialidade em estudos das doenças transmissíveis. Apresenta-se o conceito de Vulnerabilidade e a produção do conhecimento em Enfermagem, particularmente desenvolvida no Grupo Pesquisa Vulnerabilidade, Adesão e Necessidades em Saúde, do CNPq. Tem como finalidade ampliar a compreensão de agravos de saúde, com base neste conceito, além de possibilitar a proposição de intervenções para o seu enfrentamento, que extrapolem o âmbito do indivíduo, mas contemple a organização do trabalho nos serviços de saúde e a determinação social do processo saúde-doença.

  5. Garantir a cidadania das mulheres: A indiferença e outros obstáculos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carole Pateman

    2012-10-01

    Full Text Available Este artigo discute as estruturas sexuais e raciais de poder que continuam a obstruir de forma sistemática a cidadania das mulheres. As reformas jurídicas e políticas concretizadas em muitos países não foram acompanhadas por mudanças correspondentes nas práticas sociais de dominação e subordinação e nas concepções de masculinidade e feminilidade. A este obstáculo junta‑se a pobreza, que afecta maioritariamente as mulheres a nível global, e o crescimento da desigualdade induzido pela redução, privatização e eliminação de serviços públicos, que têm levado ao acréscimo do fardo quotidiano das mulheres, especialmente nos países pobres. O empobrecimento das mulheres e as guerras das duas últimas décadas têm fomentado o tráfico sexual global e a violência contra as mulheres. A indiferença relativamente a estes fenómenos tem por base (e reforça o contrato sexual‑racial global. De forma a eliminar a interacção entre o contrato de indiferença mútua e o contrato sexual‑racial global, propõe‑se que a atribuição de um rendimento básico a todos os cidadãos constituiria um passo em direcção a uma cidadania plena.

  6. Episiotomia: em foco a visão das mulheres

    OpenAIRE

    Previatti,Jaqueline Fátima; Souza,Kleyde Ventura de

    2007-01-01

    Existem evidências científicas suficientes para a recomendação da abolição da episiotomia utilizada de forma liberal. Com objetivo de identificar a visão de um grupo de puérperas, em relação à episiotomia, realizou-se um estudo de abordagem qualitativa, com participação de 20 mulheres, no período pós-parto. Utilizou-se para coleta de dados um instrumento semi-estruturado, aplicado nos meses de abril a junho de 2004. Os resultados foram analisados com base na análise temática. Verificou-se o d...

  7. O livro "Direitos das mulheres e injustiça dos homens" de Nísia Floresta: literatura, mulheres e o Brasil do século XIX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Candeloro Campoi

    2011-12-01

    Full Text Available O livro Direitos das mulheres e injustiça dos homens foi publicado por Dionísia Gonçalves Pinto (1810-1885, mais conhecida como Nísia Floresta, em 1832. Tal obra foi considerada uma tradução livre de A Vindication of the rights of woman de Mary Wollstonecraft (1759-1797, autora inglesa que se tornou o principal nome em defesa dos direitos das mulheres no século XIX. No entanto, tratava-se da tradução de Woman not inferior to man de Mary Wortley Montagu (1689-1762. O artigo apresentado contextualiza o livro de Wollstonecraft no período, enfoca a trajetória da autora brasileira e a influência do Positivismo na sua obra, principalmente no que tange ao papel social das mulheres.

  8. A vulnerabilidade das instituições de ensino superior à corrupção

    OpenAIRE

    2013-01-01

    O texto analisa o fenómeno da corrupção nas instituições de ensino superior, tomando como conceito operatório a vulnerabilidade. Identificam-se os tipos de corrupção que afectam as instituições e adverte-se para a invasão generalizada do fenómeno.

  9. VULNERABILIDADE, ADAPTAÇÃO E RISCO NO CONTEXTO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael D'Almeida Martins

    2012-01-01

    Full Text Available El objetivo de este trabajo es presentar una revisión conceptual y analítica de la literatura sobre vulnerabilidad, adaptación y riesgo en la discusión de la variabilidad y el cambio climático, que pueden servir para apoyar el análisis de amenazas climáticas diferentes. Después de la introducción, el documento comienza con una distinción entre las perspectivas sobre la vulnerabilidad natural y social y sus interfaces con la noción de riesgo en el contexto geográfico, poniendo de relieve la confusión, superposición y las diferentes estrategias conceptuales y metodológicas para abordar estas cuestiones. Este debate sirve como base para introducir la discusión sobre la adaptación y la adaptabilidad en un contexto más amplio dado por las diferentes formas de vulnerabilidad al cambio climático. Basado en estudios previos disponibles en la literatura internacional sobre el tema, los riesgos y peligros del cambio climático son clasificados y analizados a cabo del reto de las ciudades brasileñas adaptarse a estos cambios, no sólo destacando las conexiones entre la capacidad de adaptación y la vulnerabilidad sino también su dependencia de los riesgos climáticos. Adaptación al cambio climático se verá influido por los procesos externos, que requieren una consideración amplia de eses factores y obstáculos, y para determinar el tamaño y la escala múltiple de la capacidad de adaptación de la sociedad.

  10. Validade aparente de um índice de vulnerabilidade das famílias a incapacidade e dependência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Amendola

    2011-12-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo propor e validar um índice para identificar famílias em situação de vulnerabilidade a incapacidades e dependência. Adaptou-se o Índice de Desenvolvimento da Família, acrescentando indicadores associados ao surgimento de incapacidade e dependência. Para validação aparente, utilizou-se a técnica Delphi e foram consultados cinco experts no assunto. Foi adotado nível de concordância de 80% entre os juízes. Após duas rodadas de avaliação, foram realizados ajustes quanto à forma e ao conteúdo do instrumento. Itens foram transferidos de componente, outros acrescentados e alguns, excluídos. O Índice resultante é composto por oito domínios, 38 componentes e 103 questões. A contribuição multiprofissional para a construção de um Índice que se propõe a captar a vulnerabilidade física e social das famílias resultou na primeira etapa para o desenvolvimento de uma ferramenta de diagnóstico e intervenção para profissionais de saúde que prestam assistência às famílias na Atenção Básica.

  11. O corpo como mercadoria: exploração sexual de adolescentes e vulnerabilidade social das famílias

    OpenAIRE

    Pedersen, Jaina Raqueli

    2014-01-01

    O tema e a delimitação deste estudo compreendem a exploração sexual de adolescentes nos municípios de São Borja e Itaqui/RS e sua relação com a vulnerabilidade social das famílias atendidas no Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI). A relevância dessa investigação reside no fato de dar visibilidade as particularidades da exploração sexual enquanto temática que carece de maior apropriação e debate pelos (as) profissionais que atuam nas políticas sociais...

  12. Garantir a cidadania das mulheres: A indiferença e outros obstáculos

    OpenAIRE

    Carole Pateman

    2013-01-01

    Este artigo discute as estruturas sexuais e raciais de poder que continuam a obstruir de forma sistemática a cidadania das mulheres. As reformas jurídicas e políticas concretizadas em muitos países não foram acompanhadas por mudanças correspondentes nas práticas sociais de dominação e subordinação e nas concepções de masculinidade e feminilidade. A este obstáculo junta‑se a pobreza, que afecta maioritariamente as mulheres a nível global, e o crescimento da desigualdade induzido pela redução, ...

  13. A representação audiovisual das mulheres migradas The audiovisual representation of migrant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Pontes

    2012-12-01

    Full Text Available Neste artigo analiso as representações sobre as mulheres migradas nos fundos audiovisuais de algumas entidades que trabalham com gênero e imigração em Barcelona. Por haver detectado nos audiovisuais analisados uma associação recorrente das mulheres migradas à pobreza, à criminalidade, à ignorância, à maternidade obrigatória e numerosa, à prostituição etc., busquei entender como tais representações tomam forma, estudando os elementos narrativos, estilísticos, visuais e verbais através dos quais se articulam essas imagens e discursos sobre as mulheres migradas.In this paper I analyze the representations of the migrant women at the audiovisual founds in some of the organizations that work with gender and immigration in Barcelona. At the audiovisuals I have found a recurring association of the migrant women with poverty, criminality, ignorance, passivity, undocumentation, gender violence, compulsory and numerous motherhood, prostitution, etc. Thus, I tried to understand the ways in which these representations are shaped, studying the narrative, stylistic, visual and verbal elements through which these images and discourses of the migrant women are articulated.

  14. Opinião das mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osis Maria José Duarte

    1994-01-01

    Full Text Available Pouco se sabe a respeito da opinião que as mulheres brasileiras têm acerca do aborto provocado. Em um estudo realizado na região de Campinas, se quis conhecer, entre outras coisas, o que pensavam as mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos. Foram entrevistadas 1838 mulheres em idade fértil e que tinham engravidado pelo menos uma vez. Para saber se existiam algumas características das mulheres associadas à sua opinião, foi feita uma análise univariada, seguida por uma multivariada por regressão logística. As mulheres solteiras e as que haviam tido pelo menos um aborto provocado foram as que tiveram opinião mais favorável à realização de abortos pelos hospitais em todas as circunstâncias perguntadas. As circunstâncias de estupro, risco de vida para a mulher e malformação fetal foram as que tiveram maior acordo. A proporção de mulheres que se manifestaram favoráveis foi menor no caso de aborto por razões que trazem conseqüências à mulher mas não podem ser observadas direta e objetivamente por outras pessoas.

  15. Opinião das mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Duarte Osis

    1994-09-01

    Full Text Available Pouco se sabe a respeito da opinião que as mulheres brasileiras têm acerca do aborto provocado. Em um estudo realizado na região de Campinas, se quis conhecer, entre outras coisas, o que pensavam as mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos. Foram entrevistadas 1838 mulheres em idade fértil e que tinham engravidado pelo menos uma vez. Para saber se existiam algumas características das mulheres associadas à sua opinião, foi feita uma análise univariada, seguida por uma multivariada por regressão logística. As mulheres solteiras e as que haviam tido pelo menos um aborto provocado foram as que tiveram opinião mais favorável à realização de abortos pelos hospitais em todas as circunstâncias perguntadas. As circunstâncias de estupro, risco de vida para a mulher e malformação fetal foram as que tiveram maior acordo. A proporção de mulheres que se manifestaram favoráveis foi menor no caso de aborto por razões que trazem conseqüências à mulher mas não podem ser observadas direta e objetivamente por outras pessoas.

  16. Representação Social das Relações Sexuais: um Estudo Transgeracional entre Mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kay Francis Leal Vieira

    Full Text Available Resumo Relações sexuais são influenciadas por normas, valores cristãos, cultura, política e economia, fazendo com que a mulher, ao longo da história, só as praticasse após o casamento. Entretanto, muitas mudanças ocorreram, sendo perceptíveis, atualmente, transformações conceituais e práticas no comportamento sexual das mulheres. Frente ao exposto, objetivou-se analisar as representações sociais das mulheres acerca das relações sexuais. Tratou-se de uma pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, cuja amostra foi composta por 60 mulheres, divididas em quatro gerações, sendo 15 adolescentes, 15 adultas jovens, 15 mulheres na meia-idade e 15 idosas, que responderam a um questionário. Os dados foram analisados por meio técnica de Análise de Conteúdo Temática proposta por Bardin. Observou-se que as relações sexuais foram representadas consensualmente entre as gerações através da afetividade e do prazer. As mulheres representaram as relações sexuais por meio dos aspectos biopsicossociais que compõem a sexualidade humana, apresentando semelhanças e divergências entre as gerações.

  17. O sobre-desemprego e a inatividade das mulheres na metrópole paulista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guiomar de Haro Aquilini

    2003-12-01

    Full Text Available SE, POR um lado, o crescimento contínuo da participação das mulheres no mercado de trabalho consolida sua presença economicamente ativa na sociedade, por outro, exacerbam-se as desigualdades de gênero refletidas principalmente no patamar de desemprego, cuja taxa se mantém por longo período superior à dos homens. Este texto pretende caracterizar o desemprego das mulheres, que atualmente representam mais da metade dos desempregados, e introduzir algumas questões a respeito da linha tênue que as separa da inatividade, sempre contrapondo sua situação à dos homens no mercado de trabalho da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP.IF, ON one hand, the continuous increase in the number of women in the labor market consolidates their active economic presence in society, on the other, gender-based inequalities are exacerbated, as reflected particularly in their historically higher unemployment rates. This essay attempts to characterize unemployment among women (who currently account for more than half of the unemployed and to introduce some issues pertaining to the fuzzy line that separates them from inactivity, comparing their situation vis-à-vis men's in the labor market of the São Paulo Metropolitan Region.

  18. Vulnerabilidade de idosos às quedas seguidas de fratura de quadril Vulnerabilidad de ancianos a las caídas seguidas de fractura de cadera Vulnerability of elderly falls followed for hip fracture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucimara Rocha

    2010-12-01

    Full Text Available Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de natureza descritiva, realizada em uma unidade de clínica cirúrgica de um hospital universitário. O objetivo foi identificar os fatores de vulnerabilidade dos idosos às quedas seguidas de fratura de quadril. Os sujeitos foram treze cuidadores de idosos com fratura de quadril decorrentes de queda, hospitalizados no período de abril a novembro de 2008. Os instrumentos para coleta dos dados foram a consulta dos prontuários dos idosos e a entrevista semiestruturada. A análise se deu à luz do referencial de vulnerabilidade sendo os dados categorizados nas dimensões individual/biológica, social e programática/institucional. Os resultados demonstraram que os idosos da pesquisa estão expostos de maneira interdependente às diferentes dimensões de vulnerabilidade às quedas. Dessa forma, conclui-se que o planejamento de ações dos profissionais de saúde devem contemplar igualmente aspectos individuais e coletivos dessa população, visando atenuar a incidência de quedas seguidas de fraturas do quadril.Se trata de una investigación cualitativa, de naturaleza descriptiva, realizada en una unidad de clínica quirúrgica de un hospital universitario. El objetivo fue identificar los factores de vulnerabilidad de los ancianos a las caídas seguidas de fractura de cadera. Los sujetos fueron trece cuidadores de ancianos con fractura de cadera decurrentes de caída, hospitalizados en el período de abril a noviembre de 2008. Los instrumentos para la recolección de los datos fueron la consulta de los prontuarios de los ancianos y la entrevista semi-estructurada. El análisis se dio a la luz del referencial de vulnerabilidad siendo los datos categorizados en las dimensiones individual/biológica, social y programática/institucional. Los resultados demostraron que los ancianos de la investigación están expuestos de manera interdependiente a las diferentes dimensiones de vulnerabilidad a las caídas. De esa

  19. Direitos, cidadania das mulheres e religião Rights, women's citizenship and religion

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Rosado-Nunes

    2008-11-01

    Full Text Available O texto trabalha as complexas relações entre elementos da moderna cultura de direitos, as proposições políticas dos feminismos contemporâneos e os ideais e valores do catolicismo. Num primeiro momento, analisa-se a contribuição da Igreja católica no Brasil para a construção de uma certa "cultura de direitos", nos anos de 1960-1980, por meio das chamadas Comunidades Eclesiais de Base, as CEBs. No âmbito teórico, explora-se o interminável conflito dessa Igreja com os valores modernos que estão na base das reivindicações das mulheres, desde o século XVIII. Finalmente, voltando à realidade socioistórica do movimento de mulheres, aborda-se a questão da ampliação do conceito de direitos pela inclusão dos recém-denominados "direitos sexuais e direitos reprodutivos", como um novo, ma non troppo, campo de conflito entre o ideário feminista e o ideário católico.The text examines the complex relations between elements of modern culture of rights, the political proposals of contemporary feminists and the ideals and values of Catholicism. In the first part, the article analyzes the contribution of the Catholic Church in Brazil in constructing a certain 'rights culture,' during the 1960s, 70s and 80s, through the so-called 'Base Ecclesiastical Communities' - the CEBs. At the theoretical level, I explore the interminable conflict between the Catholic Church and the modern values that have formed the base of women's demands since the 18th century. Finally, returning to the sociohistorical reality of the women's movement, I approach the question of extending the concept of rights to include the recently emergent 'sexual and reproductive rights,' as a new, ma non troppo, field of conflict between feminist and Catholic ideas.

  20. Mulheres Negras e HIV: determinantes de vulnerabilidade na região serrana do estado do Rio de Janeiro Black Women and HIV: vulnerability determinants in highland region of Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verônica Santos Albuquerque

    2010-12-01

    Full Text Available Trata-se de estudo de base quantitativa que teve como objetivo central analisar componentes socioculturais e comportamentais relacionados ao processo de vulnerabilização ao HIV/aids a partir da percepção de mulheres negras na região serrana do estado do Rio de Janeiro. Para tal, foram entrevistadas 1.464 mulheres negras dos diferentes municípios que compõem essa região. Os principais determinantes que marcaram com maior intensidade a vulnerabilidade dessas mulheres associaram-se aos seguintes fatores: baixa escolaridade, renda e, consequentemente, acesso a bens e serviços, baixo índice de uso sistemático do preservativo e percepções de gênero, que reforçam a menor autonomia feminina na tomada de decisões protetoras.This quantitative study aimed at analyzing social, cultural and behavioral components related to HIV vulnerability from perception of black women who live on a specific region of Rio de Janeiro - the highland area. For that, 1,464 black women from different towns of this region were interviewed. The main components that influenced vulnerability of these women could be associated to some factors, like: poor schooling, poverty, and consequently a difficulty to access property and services, low rates of using condom appropriately and some gender perceptions that reinforce women's autonomy on protection decisions is very short.

  1. IMPRESSÕES DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS SOBRE A PRESENÇA DAS MULHERES NA CIÊNCIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Roberto Plaza Teixeira

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é analisar a presença das mulheres nas ciências naturais nos aspectos histórico, social e epistemológico e tem como objetivo esclarecer as formas como esta presença ocorre. É feita uma análise de uma pesquisa realizada com estudantes universitários de um curso de licenciatura em física sobre a relação entre as mulheres e a ciência. São analisadas, também, as estratégias e práticas pedagógicas de educação científica que melhor se adaptem ao perfil feminino para permitir que professores de ciências naturais atuem como agentes de mudanças de modo a atrair mais mulheres para este campo de conhecimento.

  2. Mulheres e o hiv/aids: Intersecções Entre Gênero, Feminismo, Psicologia e Saúde Pública/ Mujeres y el VIH/Sida: Intersecciones Entre Género, Feminismo, Psicología y Salud Pública/ Women and HIV/AIDS: Intersections Between Gender, Feminism, Psychology and Public Health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BRUNA KRIMBERG VON MUHLEN

    2015-02-01

    Full Text Available Neste ensaio contextualizamos o panorama em que se encontram as mulheres e o HIV. Encadeamos nossas reflexões sobre o empoderamento das mulheres com a teoria de Krista Burlae e a psicologia feminista. Estabelecemos relações entre a hierarquia de gênero e a manutenção da vulnerabilidade feminina presentes nas configurações conjugais heterossexuais e seus efeitos na saúde sexual das mulheres. Enfatizamos o empoderamento das mulheres como um fator de prevenção a ser considerado. Propomos partir dos dados estatísticos relativos à epidemia do HIV/AIDS para centrar atenção na saúde global das mulheres e articular vida privada e saúde pública. Diante das reflexões realizadas entendemos ser necessário transformar o trinômio mulheres/saúde sexual /saúde pública.

  3. Influência das diferentes fases do ciclo menstrual na flexibilidade de mulheres jovens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luiz da Silva Teixeira

    2012-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O ciclo menstrual é o principal responsável por modificações da fisiologia feminina, que pode afetar algumas respostas morfofuncionais. OBJETIVO: Verificar a influência das diferentes fases do ciclo menstrual na flexibilidade de mulheres jovens. MÉTODO: 44 voluntárias divididas em um grupo controle (n = 24, que fazia uso regular de contraceptivos hormonais, e um grupo experimental (n = 20, que não utilizava anticoncepcionais, foram submetidas a três dias de avaliações, uma em cada fase do ciclo menstrual (folicular, ovulatória e lútea. Foram avaliados dados antropométricos (massa corporal, índice de massa corporal, circunferência de cintura e abdômen e de composição corporal (percentual de gordura e massa magra. A flexibilidade foi mensurada através do teste de sentar e alcançar no banco de Wells. Aplicou-se, então, o teste não paramétrico de Mann-Whitney para as comparações intergrupos e o teste de Friedman para a comparação entre as diferentes fases menstruais. Resultados: Não foram encontradas diferenças significativas intra e intergrupos entre as diferentes fases do ciclo (p > 0,05. Foi observada maior variabilidade no grupo controle em comparação ao experimental. CONCLUSÃO: As diferentes fases do ciclo menstrual não interferem na flexibilidade de mulheres jovens, independente do uso de anticoncepcionais hormonais.

  4. A mulher que alimenta: representações e sociabilidade no universo cultural das Minas setecentistas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Aparecida Vítor

    2010-07-01

    Full Text Available RESUMO:Este trabalho tem por objetivo contribuir para o estudo da história da mulher africana e suas descendentes em Minas Gerais no século XVIII, por meio da análise dos hábitos alimentares, identificando suas diversas formas de representação e sociabilidade no universo cultural alimentar da América Portuguesa. O objetivo, além de conhecer e compreender o cotidiano da cultura alimentar dessas mulheres é também buscar afirmar uma identidade em que elas possam ser vistas enquanto preservadoras das suas tradições de origem, ressaltando desta forma, seus aspectos étnico-culturais. Para tal, propõe-se estudá-las por um dos meios pelo qual elas mais atuaram em Minas Gerais, o da alimentação. Estabeleceram-se enquanto verdadeiras protagonistas em meio a uma sociedade patriarcalista atuando tanto no comércio fixo quanto no ambulante. Trilhar os caminhos desse universo é mergulhar num contexto híbrido e encontrá-las como agentes sociais que quebraram paradigmas e reinventaram valores e costumes na cultura afro-brasileira.PALAVRAS-CHAVES: Mulher, alimentação, cultura, África, colônia, comércioABSTRACT: This work aims to contribute to the study of the history of African women and their descendants in Minas Gerais in the eighteenth century, through the analysis of eating habits, identifying various forms of representation and sociability in the food culture of Portuguese America universe. The goal, in addition to knowing and understanding the daily life of these women food culture is also seeking to assert an identity that they can be seen while preserving their original traditions, highlighting thus their ethnic and cultural aspects. To this end, it is proposed to study them by one of the means by which they acted more in Minas Gerais, the food. They settled as real protagonists in the midst of a patriarchal society acting both in the fixed trade as in walking. Walk the paths of this universe is to dive in a hybrid context and

  5. "Tem mulher, tem preventivo": sentidos das práticas preventivas do câncer do colo do útero entre mulheres de Salvador, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana María Rico

    2013-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi compreender os significados das práticas preventivas do câncer do colo do útero entre mulheres de bairros populares de Salvador, Bahia, Brasil. Trata-se de estudo qualitativo, baseado na análise de conteúdo de entrevistas semiestruturadas com 15 mulheres entre 24 e 68 anos. Os resultados evidenciam alta valorização do Papanicolaou, que é realizado como parte de exames de rotina, sem, no entanto, sustentar-se no conhecimento biomédico sobre as suas funções. Além da acessibilidade aos serviços de saúde e da qualidade destes, outros fatores interferem na forma como essas mulheres significam a prevenção do câncer do colo do útero. Valores morais associados à sexualidade e ao gênero interferem na percepção de risco, na adoção de práticas preventivas e na interpretação dos resultados da citologia cervical. A realização continuada do Papanicolaou faz parte da construção da feminilidade, que é associada com maturidade e responsabilidade pessoal pelo cuidado de si em um contexto de medicalização do corpo feminino.

  6. A REPRESENTAÇÃO DAS MULHERES NEGRAS NO MERCADO DE TRABALHO NAS CIDADES BRASILEIRAS NO SÉCULO XIX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Madalena Dias Freitas

    2012-07-01

    Full Text Available O presente artigo desenvolve uma leitura sobre a representação das mulheres negras nos espaços públicos de cidades brasileiras no século XIX, ressaltando as atividades exercidas pelas mulheres escravas, pobres, forras e livres no mercado de trabalho urbano, que sobreviviam atuando em diversas profissões como lavadeiras, quitandeiras, vendedoras, amas-de-leite, engomadeiras e cozinheiras. Mencionando aquelas que fazem parte dos trabalhos domésticos, algumas livres, algumas escravas e outras escravas de aluguel. Concluímos que, nas atividades de escravas de aluguel essas mulheres eram exploradas por seus senhores que obtinham uma renda significante. Estabelecemos, portanto, uma discussão à cerca do papel das amas-de-leite de aluguel, personagens importantes na cultura urbana do período, pois, além da atividade de amamentação, elas se alternavam em atividades domésticas como mucamas e vendedoras. Fazemos ainda uma discussão sobre a relação de afetividade estabelecida entre criança e a ama-de-leite, provocando certa influência no processo de aprendizagem e na formação cultural das crianças brancas que assimilaram tanto a linguagem como variados costumes e hábitos africanos. Nesse contexto, esse trabalho destaca ainda a presença das mulheres negras nas ruas das principais cidades brasileiras, evidenciando estas vendedoras com seus tabuleiros de quitutes, ocupando becos e travessas, dividindo o espaço do comércio de rua com outros negros escravos e livres.

  7. Percepção da vulnerabilidade entre mulheres com diagnóstico avançado do câncer do colo do útero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Vieira Pimentel

    2011-01-01

    Full Text Available Este estudio descriptivo y cualitativo tuvo como objetivo comprender la percepción de la vulnerabilidad a la enfermedad, entre las mujeres diagnosticadas con cáncer cervical avanzado, tomando como referencia la vulnerabilidad. Participaron doce mujeres que recibían atención ambulatoria hospitalaria para el tratamiento del cáncer cervico uterino avanzado. La recolección de los datos se hizo a través de entrevistas y se analizaron mediante el análisis de contenido. Los resultados destacan dos temas: Percepción de su vulnerabilidad al descubrir la enfermedad, y percepción de su vulnerabilidad al realizar el tratamiento. Factores relacionados con el cliente, los servicios, los profesionales, entre otros, han hecho que las mujeres sean susceptibles a los problemas de salud y daños relacionados con el cáncer cervico uterino, lo que agrava su vulnerabilidad a las enfermedades. Es necesario superar las deficiencias en el modelo de tratamiento para el cuidado y la integridad personal, el grado de compromiso y calidad de las instituciones, recursos, programas de gestión y control para prevenir y detectar el cáncer del cuello uterino, en los diferentes niveles de atención.

  8. A trajetória de vida das mulheres judias, sobreviventes do Holocausto: relatos orais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilian Ferreira Souza

    2013-03-01

    Full Text Available A partir do registro dos relatos orais sobre o Holocausto, pretendemos analisar testemunhos que expressem as trajetórias das mulheres sobreviventes do nazismo. Como critério, optamos pelas narrativas daquelas que passaram por guetos, campos de concentração e/ ou trabalho forçados. O foco está nas histórias de vida daquelas que escolheram o Brasil como comunidade de destino pressionadas pela política antissemita endossada pelo Terceiro Reich e países colaboracionistas que previam a “Solução Final” para o povo judeu. Assim, os registros dos testemunhos têm como objetivo documentar essas narrativas redimensionadas à luz de documentos pessoais. Para nós – intermediários e interlocutores – esse exercício de reflexão ajudará a (repensar a sociedade que, ainda hoje, convive com novos genocídios.

  9. Mulheres e homens: diferentes também na percepção das notas musicais?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jandilson Avelino da Silva

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar a percepção das notas musicais RÉ, FÁ, e LÁ em adultos jovens. Participaram do estudo 20 homens e 20 mulheres de 18 a 29 anos, saudáveis, não músicos e não usuários de fármacos ou outras substâncias tóxicas. Realizou-se um teste de discriminação de notas musicais com escolha forçada entre duas alternativas, por meio do qual os participantes escolheram um estímulo previamente apresentado. Comparou-se a frequência de acertos na discriminação das notas musicais em relação ao sexo dos participantes. Encontraram-se diferenças estatisticamente significantes na nota musical Fá, sendo que os homens apresentaram maior quantidade de acertos que as mulheres. Esses resultados encontrados sugerem diferença na percepção das notas musicais para mulheres e homens.

  10. Vivenciando o racismo e a violência: um estudo sobre as vulnerabilidades da mulher negra e a busca de prevenção do HIV/aids em comunidades remanescentes de Quilombos, em Alagoas Living racism and violence: a study on the vulnerabilities of black women and the attempt to prevent HIV/AIDS in a Quilombo community in Alagoas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Luís de Souza Riscado

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar as formas de violência racial e de gênero e o comportamento das mulheres quilombolas diante das DST/aids em Comunidades Remanescentes de Quilombos em Alagoas. MÉTODOS: Abordagem qualitativa, a partir de 10 grupos focais, constituídos de 12 a 18 mulheres, com idade variável entre 16 a 55 anos, em que foram abordadas as temáticas gênero, racismo, violência doméstica, exame ginecológico preventivo, uso das Unidades Básicas de Saúde (USB e do Programa Saúde da Família (PSF, doenças sexuais transmissíveis, parcerias sexuais, uso de camisinha, uso de drogas. O aporte teórico foi da fenomenologia de base existencialista proposta por Merleau-Ponty e o referencial foucaultiano. RESULTADOS: A análise dos depoimentos apontou que um acentuado contingente de mulheres padece de violência doméstica em níveis físico, sexual, psicológico, patrimonial e moral. Quanto ao racismo, as mulheres quilombolas disseram ser vítimas de preconceito racial, com expressões de subestimação, humilhação na rua, na escola, em festas, em atendimento em postos de saúde. Evidenciou-se um grau alto de vulnerabilidade à infecção por DST/aids e outros agravos, pela ausência de uma política de saúde mais efetiva e de um trabalho educativo nessas comunidades. CONCLUSÕES: Os dados obtidos revelaram as precárias condições de vida, as dificuldades de acesso aos serviços de saúde, a falta de prática preventiva para as doenças sexualmente transmissíveis. Faz-se necessária uma intervenção efetiva e perene dos organismos do Estado na área da educação, da saúde, visando à promoção da equidade, racial e de gênero e à saúde das mulheres quilombolas.OBJECTIVE: To analyze the forms of racial and gender violence, quilombola women's behavior regarding STD/AIDS, in Quilombos Remaining Communities in Alagoas. METHODS: Qualitative approach from 10 focus groups, comprising 12 to 18 women, with age ranging from 16 to 55, which

  11. As memórias das guerras e as guerras de memórias. Mulheres, Moçambique e Timor Leste

    OpenAIRE

    Cunha, Teresa

    2012-01-01

    Neste texto tematizo e problematizo a narração dos sofrimentos das mulheres que emergem das entrevistas em profundidade realizadas em 2008 e 2009 em Maputo, Moçambique e Díli, Timor‑Leste, para discutir três questões: em primeiro lugar, perceber algumas peculiaridades e semelhanças das experiências de mulheres nas guerras em Moçambique e Timor‑Leste através das suas narrações; em segundo lugar, analisar como essa narração dos sofrimentos se transfigura num valor político e numa alavanca de re...

  12. As memórias das guerras e as guerras de memórias. Mulheres, Moçambique e Timor Leste

    OpenAIRE

    Teresa Cunha

    2013-01-01

    Neste texto tematizo e problematizo a narração dos sofrimentos das mulheres que emergem das entrevistas em profundidade realizadas em 2008 e 2009 em Maputo, Moçambique e Díli, Timor‑Leste, para discutir três questões: em primeiro lugar, perceber algumas peculiaridades e semelhanças das experiências de mulheres nas guerras em Moçambique e Timor‑Leste através das suas narrações; em segundo lugar, analisar como essa narração dos sofrimentos se transfigura num valor político e numa alavanca de re...

  13. Violência conjugal: problematizando a opressão das mulheres vitimizadas sob olhar de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edméia de Almeida Cardoso Coelho

    2007-08-01

    Full Text Available Estudo realizado com a finalidade de ampliar a compreensão da violência conjugal, no qual buscou-se compreender o significado do fenômeno para as mulheres que a sofrem. A produção do material qualitativo da investigação foi conseguida por meio de entrevistas realizadas com mulheres em situação de violência e de denúncia na Delegacia da Mulher em de João Pessoa-PB, no ano de 2006, cujos discursos foram analisados segundo a perspectiva de Fiorin8. A análise dos discursos evidenciou que a violência conjugal é um modo de manifestação da assimetria de poder presente nas relações de gênero; que há o reconhecimento das mulheres do poder masculino sobre elas, refletido pelo temor e pela subordinação na relação conjugal em que ocorre a violência e que esse domínio corresponde a uma espécie de tutela construída e legitimada pela cultura patriarcal e machista, necessária, no pressuposto do idealismo positivista da ideologia dominante, para administrar os excessos de paixões que fariam parte da imperfeição da natureza feminina.

  14. Cidadania e feminismo no reconhecimento dos direitos humanos das mulheres Citizenship and feminism in recognition of the women's human rights

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jussara Reis Prá

    2012-04-01

    Full Text Available Este artigo examina ações de cidadania e de proteção dos direitos humanos das mulheres. Aborda a articulação global de movimentos de mulheres e feministas e o seu impacto na configuração de acordos internacionais e agendas públicas nacionais nos três últimos decênios. A análise busca a conexão entre estudos feministas, de gênero e de capital social para refletir sobre os padrões de inserção política feminina nos âmbitos mundial e brasileiro, avaliar os sentidos e significados dessa participação e a sua incidência na geração de mudanças legais e culturais orientadas à equidade de gênero e à expansão da cidadania das mulheres.This article examines actions of citizenship and protection of the women's human rights. It addresses the articulation of global women's movement and feminists and their impact in the international agreements and in the national government agendas in the last three decades. The analysis seeks the connection between feminist studies, gender and social capital to reflect on the patterns of political insertion of women in the world and in Brazil, to assess the meanings of this participation and its impact on the legal and cultural changes oriented to gender equity and to the women's citizenship expansion.

  15. Estudo descritivo da homofobia e vulnerabilidade ao HIV/Aids das travestis da Região Metropolitana do Recife, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Juliana de Sousa

    2013-08-01

    Full Text Available O estudo buscou conhecer as vulnerabilidades ao HIV/Aids das travestis da Região Metropolitana do Recife. Optou-se por utilizar o método amostral conduzido pelo entrevistado, conhecido por Respondent Driven Sampling (RDS. Entre as 110 travestis foram encontrados altos índices de homofobia em locais como: serviços de segurança, locais de trabalho, ambiente familiar e religioso, vizinhança, escola, comércio, locais de lazer e nos serviços de saúde. Entre as situações de violência sofridas destacam-se a agressão verbal (81,8% e física (68,2%. O teste de HIV realizado alguma vez na vida foi observado em 84,4%. Encontrou-se um alto nível de conhecimento sobre as formas de prevenção e transmissão da infecção pelo HIV. A maioria iniciou a vida sexual antes dos 15 anos e sem o uso do preservativo. No contexto da epidemia do HIV/Aids observa-se que as estratégias de promoção da saúde só poderão ser eficazes se forem considerados fatores que ampliam a compreensão da vulnerabilidade ao HIV/Aids, como a homofobia.

  16. Estudo descritivo da homofobia e vulnerabilidade ao HIV/Aids das travestis da Região Metropolitana do Recife, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Juliana de Sousa

    2013-08-01

    Full Text Available O estudo buscou conhecer as vulnerabilidades ao HIV/Aids das travestis da Região Metropolitana do Recife. Optou-se por utilizar o método amostral conduzido pelo entrevistado, conhecido por Respondent Driven Sampling (RDS. Entre as 110 travestis foram encontrados altos índices de homofobia em locais como: serviços de segurança, locais de trabalho, ambiente familiar e religioso, vizinhança, escola, comércio, locais de lazer e nos serviços de saúde. Entre as situações de violência sofridas destacam-se a agressão verbal (81,8% e física (68,2%. O teste de HIV realizado alguma vez na vida foi observado em 84,4%. Encontrou-se um alto nível de conhecimento sobre as formas de prevenção e transmissão da infecção pelo HIV. A maioria iniciou a vida sexual antes dos 15 anos e sem o uso do preservativo. No contexto da epidemia do HIV/Aids observa-se que as estratégias de promoção da saúde só poderão ser eficazes se forem considerados fatores que ampliam a compreensão da vulnerabilidade ao HIV/Aids, como a homofobia.

  17. A vez e a voz de mulheres-mães com filhos e ou netos institucionalizados

    OpenAIRE

    D'Aroz, Marlene Schüssler

    2013-01-01

    Resumo: A presente tese enfoca mulheres-mães em situação de vulnerabilidade e com filhos e ou netos institucionalizados. Defende-se que a vulnerabilidade e as constantes situações e formas de violência por elas enfrentadas, presentes em todas as dimensões e ao longo das gerações, se repetem, dificultando emergir do anonimato da vida nos becos e construir outras e novas histórias de vida com seus pares. Visa-se, assim, identificar aspectos incidentes e reincidentes nas histórias de vida de mul...

  18. Diagnóstico de saúde das mulheres em idade fértil de Sergipe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alzira Maria D'avila Nery Guimarães

    1996-03-01

    Full Text Available Relato parcial de uma pesquisa realizada pela Secretária de Estado da Saúde em parceria com o UNICEF, intitulado de Diagnóstico Matemo-lnfantil cio Estado de Sergipe. Nesta pesquisa as autoras realizam uma abordagem parcial sobre a saúde das mulheres em idade fértil. Objetivo: Medir por amostragem a nível estadual os indicadores: estado civil, idade da menarca, início da vida sexual, gravidez, abortos, prevenção do câncer cérvico-uterino e mama, anticoncepção e utilização dos serviços de saúde. Os resultados foram coletados através da aplicação de um formulário estruturado, abrangendo variáveis préconcepcionais, biológicas e sociais. Os dados obtidos fornecem subsídios para ampla discussão sobre a saúde das mulheres em Sergipe.

  19. Integralidade do cuidado na testagem anti-HIV: o olhar das mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Jaqueline Santiago Carneiro

    2013-12-01

    Full Text Available A detecção da positividade para o HIV, durante o trabalho de parto, por meio dos testes rápidos, fragiliza as mulheres e gera demandas específicas de cuidados. Este estudo objetivou analisar o cuidado profissional a mulheres com teste rápido positivo para HIV a partir do olhar de mulheres que tomaram conhecimento da positividade durante o trabalho de parto ou puerpério. Trata-se de estudo do tipo exploratório, com abordagem qualitativa. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada e analisados por meio da técnica de análise de discurso. Observou-se que as relações de cuidado às mulheres com teste rápido positivo para HIV se distanciam da integralidade, uma vez que se mantêm distantes e superficiais, sendo norteadas pelo modelo biomédico. A incorporação da perspectiva da integralidade nas ações de saúde exige reflexão por parte do(as profissionais, do(as gestore(as do sistema público de saúde, bem como a capacitação desse(as profissionais.

  20. Transferências de Renda e Riscos e Vulnerabilidades de Gênero: Lições da América Latina

    OpenAIRE

    Rebecca Holmes; Nicola Jones; Rosana Vargas; Fábio Veras Soares

    2015-01-01

    "A pobreza na América Latina é altamente influenciada pelas vulnerabilidades de gênero. Embora tenha havido um progresso significativo no sentido de garantir a igualdade de gênero na região, incluindo a paridade educacional e o aumento dos níveis de participação econômica e política, há mais mulheres do que homens vivendo em situação de pobreza; as disparidades salariais de gênero persistem e as mulheres enfrentam um aumento das tarefas e cuidados domésticos, bem como altas taxas de gravidez ...

  1. Formação em psicologia e vulnerabilidade social: um estudo das expectativas de inserção profissional de formandos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Maria Silveira

    Full Text Available Este trabalho busca compreender como se construíram as expectativas de inserção profissional de formandos em Psicologia de uma universidade privada do interior do Rio Grande do Sul. Utilizamos como suporte teórico as contribuições de Michel Foucault e Robert castel. As entrevistas foram realizadas seguindo a metodologia das trajetórias de vida conforme descrição de Robert cabanes e Daniel Bertaux, buscando estabelecer relações entre estas, o trabalho e a construção do ideal profissional. Foram realizadas seis entrevistas não estruturadas, que seguiram o modelo da abordagem biográfica. As conclusões apontam a distância entre o ideal de uma formação centrada na clínica como forma de ascensão social e a realidade do mercado e as condições de vulnerabilidade das trajetórias desse grupo em particular.

  2. AFORIZAÇÕES E FEMINISMO NA INTERNET: ESTUDO DE FRASES CURTAS EMPREGADAS NO MOVIMENTO PRIMAVERA DAS MULHERES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Rothier Duarte

    2017-04-01

    Full Text Available Resumo: Neste trabalho, tratamos da análise de frases curtas que tiveram destaque nas redes sociais e em notícias que circularam na Internet, durante o último trimestre de 2015, ápice do movimento Primavera da Mulheres, com o objetivo de investigar o seu status de aforização, suas características enunciativas e o seu modo de funcionamento e de circulação. O corpus da pesquisa é composto pelas frases curtas Meu amigo secreto e Chega de fiu fiu, selecionadas na Internet por meio da ferramenta de busca do Google, bem como mediante trabalho interpretativo dos enunciados para a verificação de associação com o movimento feminista mencionado. Empregaremos como aporte teórico os estudos de análise do discurso de linha francesa, sobretudo, publicações de Dominique Maingueneau. Observamos durante a pesquisa que, de forma associada às aforizações estudadas, surgiram outras aforizações que, apesar de não terem se panaforizado, circularam significativamente na mídia eletrônica perpetuando a memória discursiva do Movimento Primavera das Mulheres. Por outro lado, percebemos também que o uso dessas frases assumiu outros discursos que, embora, muitas vezes, remetam-se à defesa de minorias, não mais traziam o discurso de combate ao machismo.

  3. História de vida de mulheres socialmente excluídas e multiplamente vitimadas

    OpenAIRE

    Gonçalves, Rosa Maria Antunes

    2013-01-01

    Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização de Psicologia da Justiça) Este estudo teve como objetivo explorar a história de vida de mulheres socialmente desfavorecidas que sofreram vitimação múltipla. Procurou-se identificar as suas principais vivências, os acontecimentos mais marcantes e os temas centrais na sua história de vida, bem como compreender a forma como significam as suas experiências e como se projetam no futuro. O estudo inclui 12 parti...

  4. Geomorfologia, tipologia, vulnerabilidade erosiva e ocupação urbana das praias do litoral do Espírito Santo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Albino Paiva Machado

    2001-01-01

    Full Text Available A diversidade de tipologia das praias do litoral Sudeste do Brasil ilustra o resultado da complexainteração entre a disponibilidade e propriedades fí-sicas dos sedimentos, a fisiologia da costa e da plataforma continental interna, o grau de exposição àsondas e correntes atuantes e à ocupação antropogê-nica. A tendência natural à erosão e/ou à construçãonos diferentes setores do litoral deve ser compreendida a fim de viabilizar intervenções acertadas e contribuir para o desenvolvimento da atividade turística do Estado, sua vocação natural.A coleta de informações geológicas da área de estudo e de dados topográficos, granulométricos e oceanográficos de 70 praias ao longo do Estado, nos últimos 5 anos, permitiu classificá-las quanto à tipologia morfodinâmica e à vulnerabilidade erosiva, etornou possível destacar a ocupação urbana costeiracomo o elemento acelerador do processo erosivo.

  5. Mulheres da Norô

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavia Liberman

    Full Text Available O projeto Cartografias femininas: ações territoriais junto às mulheres da região noroeste de Santos realiza diferentes ações em uma região que apresenta vulnerabilidade social e ambiental na cidade de Santos. Envolvendo docentes e estudantes de diferentes cursos de graduação da área da saúde da Universidade Federal de São Paulo, campus Baixada Santista, teve como resultado uma Exposição Fotográfica itinerante cujas imagens explicitam um processo de construção de vínculos com as participantes. A fotógrafa Nice Gonçalvez, do Instituto Arte no Dique, acompanhou e fotografou momentos desta experiência, oferecendo-nos um material delicado que retrata seus rostos, corpos, detalhes e expressividades. Esta exposição ofereceu, às mulheres, uma oportunidade de reconhecerem-se como protagonistas ativas e fortes em todo o processo, tornando-as visíveis para além das fronteiras de suas casas, de seu bairro ou, mesmo, de sua região.

  6. PERFIL CLÍNICO DAS MULHERES SUBMETIDAS AO EXAME PAPANICOLAU NA USF – BREJINHO NO ANO DE 2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valquíria Borges da Silva

    2014-08-01

    Full Text Available O câncer de colo de útero é um importante problema de saúde pública, principalmente, em decorrência da crescente exposição a fatores de risco ambientais e da modificação de hábitos de vida da população. Com o objetivo de traçar o perfil clínico de mulheres submetidas ao exame Papanicolau, na USF-Brejinho, zona rural de um município do interior do Maranhão, no ano de 2011, foi realizado um estudo descritivo com resultados de exames papanicolau de 295 mulheres, por meio de um levantamento de dados, existentes em seus prontuários e livros de registro de enfermagem. De acordo com os resultados obtidos nesse trabalho, foram encontrados 2,1% de exames positivos para alterações celulares epiteliais escamosas e glandulares; destes, 0,6% referentes a atipias de significado indeterminado em células escamosas, 1,5% a atipias de significado indeterminado em células glandulares e, 1,25% com lesão intraepitelial cervical de baixo grau. Vale ressaltar que essas lesões, consideradas como precursoras do carcinoma de colo uterino, desempenham importante papel no processo de evolução para o câncer cervical. Isso demonstra a necessidade de um aporte às atividades de prevenção primária e de detecção precoce dessas lesões, na tentativa de minimizar as taxas de mortalidade atribuídas a essa patologia em nossa região.

  7. ENTRE IRONIAS E DEBOCHES: REPRESENTAÇÕES SOBRE A VIOLÊNCIA DAS MULHERES NO DIÁRIO DE MONTES CLAROS NA DÉCADA DE 1970

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Turchi Pacheco

    2013-07-01

    Full Text Available Este artigo pretende elaborar uma reflexão acerca dos discursos e representações produzidas por matérias de jornais cujos enfoques privilegiam a violência perpetrada pelas mulheres. Nesse sentido, foram utilizadas notícias veiculadas no Diário de Montes Claros, periódico norte-mineiro, entre os anos de 1971, 1972, 1975 e 1979. A partir dos dados coletados, procura-se compreender os processos de construção pela mídia da imagem da mulher agressora, ou seja, uma mulher que não se afigura mais como vítima, mas sim como protagonista de situações de violência. Em 119 notícias, as mulheres figuraram como agentes de diversas formas de violência: assassinatos, tentativas de homicídio, lesões corporais, infanticídios e abortos. Argumentamos que as notícias retratam as mulheres de maneira ambígua: num momento elas são acusadas como frias e calculistas e noutros são isentadas dos crimes mediante o entendimento de que foram ingênuas, pois que são apenas mulheres, e não é característica da sua natureza a violência e sim a doçura. Ainda quando os homens são as vitimas, as notícias enfocam o caráter de anormalidade da situação. O deboche, o riso e a jocosidade são estratégias discursivas usadas para produzir sentidos e desqualificar a violência das mulheres.

  8. Ações e estratégias do CNDM para o "empoderamento" das mulheres CNDM Actions and Strategies for Women's Empowerment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SOLANGE BENTES JUREMA

    2001-01-01

    Full Text Available Situando a temática do acesso ao poder como uma prioridade para a atual gestão do CNDM, a exposição traz um rápido diagnóstico da participação das mulheres no Executivo e no Judiciário e cita estratégias, ações e compromissos que o Conselho tem assumido, nas últimas gestões, com o fito de contribuir para o aumento da presenças das mulheres nos espaços de poder.Considering the topic of access to power as the priority of current CNDM leadership, this paper makes a quick diagnosis of women's participation in Executive and Judiciary powers and cites the strategies, actions and commitments that the Council has adopted, under recent administrations, geared toward contributing to women's increased presence at the sites of power.

  9. UMA ONTOLOGIA DOS MOVIMENTOS SOCIAIS DE MASSAS E O PROTAGONISMO ATUAL DAS MULHERES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Orlanda Pinassi

    2012-07-01

    Full Text Available As ideologias que apregoaram a Modernização Industrial do Terceiro Mundo como forma de garantir democracia e qualidade de vida para a classe trabalhadora fracassaram. Desde finais dos anos de 1960, o crescimento requerido pelo capital se mantém mediante níveis altíssimos de concentração da riqueza material socialmente produzida, de políticas de incentivo ao desemprego crônico, à perda progressiva de direitos trabalhistas, à degradação inigualável das condições de trabalho – entre as quais cresce a ocorrência das relações de escravidão, e uma alarmante destruição do ecossistema.

  10. Fisioterapia no tratamento das mulheres Angolanas com cancro da mama no Centro Nacional de Oncologia

    OpenAIRE

    Carlos, Joice Vânia da Silva

    2014-01-01

    Mestrado em Fisioterapia O cancro da mama é uma das doenças com maior impacto na sociedade angolana, não só por ser muito frequente e associado a uma imagem de grande gravidade, mas também porque se desenvolve em um órgão cheio de simbolismo na maternidade e na feminilidade. O Centro Nacional de Oncologia (CNO) reúne as principais opções terapêuticas do campo da oncologia: quimioterapia, radioterapia, cirurgia, hormonoterapia e imunoterapia, não sendo, os serviços de fisioterapia parte do ...

  11. Tipo de parto: expectativas das mulheres Tipo de parto: expectativas de las mujeres Childbirth types: women's expectations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Maria Junqueira Vasconcellos de Oliveira

    2002-10-01

    Full Text Available Estudo descritivo e exploratório, realizado mediante entrevista com 221 puérperas que tiveram parto em maternidades públicas estaduais, localizadas no município de São Paulo. Teve como objetivos: 1. identificar o tipo de parto esperado pelas mulheres, considerando a via vaginal ou cesariana, e sua justificativa; 2. verificar a ocorrência do tipo de parto, segundo as expectativas dessas mulheres; 3. comparar a indicação médica da cesariana com o entendimento das mulheres sobre justificativa dessa intervenção. Os dados revelam que 74,7% tinham expectativa de que o parto fosse normal, e 25,3%, de que fosse cesárea. O parto normal, esperado por 165 entrevistadas, ocorreu em 66,1% dessas mulheres. A justificativa mais citada pelas mulheres para esperar o parto normal foi a recuperação pós-parto mais rápida e, para a cesárea, ter tido cesárea anterior. As justificativas apresentadas por 61 mulheres para a realização da cesariana não era coincidente com a indicação médica em 47,5% dos casos.Estudio descriptivo y exploratorio, realizado mediante entrevista con 221 puerperas que tuvieron el parto en maternidades públicas de en la ciudad de São Paulo. La investigación tuvo como objetivos: 1. identificar el tipo de parto esperado por las mujeres, considerando la vía vaginal o cesárea y su justificación; 2. verificar la ocurrencia del tipo de parto, según las expectativas de esas mujeres; 3. comparar la indicación médica da la cesárea con la comprensión de las mujeres sobre la justificación para esa intervención. Los datos muestran que 74,7% de las mujeres tenían la expectativa de que el parto fuese normal y 25,3% que fuese cesárea. El parto normal, esperado por 165 entrevistadas, ocurrió en 66,1% de estas mujeres. La justificativa más utilizada por las mujeres para esperar el parto normal fue la recuperación postparto más rápida y para la cesárea, haber tenido la cesárea anterior. La justificación presentada

  12. Análise das capacidades físicas de mulheres com fibromialgia segundo o nível de gravidade da enfermidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Latorre Roman Pedro Ángel

    2012-10-01

    Full Text Available A fibromialgia (FM é uma síndrome crônica que se caracteriza por dor musculoesquelética generalizada, que provoca acentuada redução na capacidade física dos pacientes afetando a sua saúde e qualidade de vida. OBJETIVO: Avaliar a capacidade física dos pacientes com FM relacionada com a gravidade da enfermidade. MÉTODO: Estudo descritivo transversal sobre uma amostra de 66 mulheres com FM (idade: 51,79 ± 8,02 anos e um grupo de controle de mulheres saudáveis (idade 50,26 ± 8,75 anos. Analisou-se a amplitude física mediante bateria de provas físicas específicas com aplicação de questionários: Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ e o Short-Form Healthy Survey (SF-36, na versão espanhola. RESULTADOS: As mulheres saudáveis apresentam os valores de amplitude física superiores aos das mulheres enfermas com (p < 0,05 exceto na prova de dinamometria manual. Exclusivamente na prova de agilidade se pôde discriminar os pacientes de FM segundo a gravidade da enfermidade (p = 0,021. A qualidade de vida nos pacientes com FM se encontra muito deteriorada em comparação (p = 0,021 com as mulheres saudáveis e os valores que normatizam a sociedade espanhola. CONCLUSÕES: A análise das capacidades físicas é um elemento de relevância clínica na avaliação complementar da fibromialgia.

  13. Implicações das restrições alimentares na vida diária de mulheres com diabete melito gestacional

    OpenAIRE

    Schmalfuss, Joice Moreira; Bonilha, Ana Lúcia de Lourenzi

    2015-01-01

    A dieta é um dos principais focos do tratamento das gestantes diabéticas, constituindo-se em estratégia recomendada para um acompanhamento gestacional adequado e o nascimento de um bebê saudável. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo descritivo, que objetivou conhecer as implicações das restrições alimentares na vida diária de mulheres com diabete melito gestacional. O estudo foi realizado em um hospital universitário do município de Porto Alegre/RS, por meio de entrevistas com 25 ges...

  14. As mulheres no mundo do trabalho: ação das mulheres, no setor fabril, para a ocupação e democratização dos espaços público e privado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cíntia Maria Teixeira

    Full Text Available Este trabalho consiste em fragmentos de um estudo sobre os sentidos do trabalho e do curso técnico de vestuário na vida das mulheres da cidade de Divinópolis/MG, cuja profissionalização está vinculada ao curso pós-técnico de vestuário do CEFET/EnED - Divinópolis/MG. Foram feitos três grupos focais, sendo um com estudantes do primeiro ano do curso de técnico de vestuário do CEFET-UnED/Divinópolis-MG, o segundo com técnicas formadas no curso e o terceiro com integrantes dos grupos citados anteriormente. As transcrições das discussões de grupo foram submetidas à análise do discurso. As análises apontam que a feminização da profissão e a desvalorização do trabalho feminino perpassam a divisão clássica entre os espaços público e privado. Perceber a feminização como produto de construções sociais pode inviabilizar a organização de um movimento das mulheres trabalhadoras, inclusive do setor de vestuário, na busca de remuneração adequada e reconhecimento de seu trabalho.

  15. Representações culturais de saúde, doença e vulnerabilidade sob a ótica de mulheres adolescentes Representaciones culturales de salud: enfermedad y vulnerabilidad bajo la óptica de mujeres adolescentes Cultural representations of health, disease and vulnerability from the point of view of teenage women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia Beatriz Ressel

    2009-09-01

    Full Text Available O artigo apresenta um recorte de pesquisa descritiva, do tipo exploratório, com abordagem qualitativa, cujo objetivo consistiu em conhecer de que forma a cultura influencia no comportamento de adolescentes, contribuindo na sua vulnerabilidade. O estudo trata da visão de mulheres adolescentes que integram um projeto de ensino e extensão em desenvolvimento em escolas de ensino fundamental da Região Sanitária Norte de Santa Maria, interior do Rio Grande do Sul. Para tanto, utilizou-se como instrumento para obtenção de informações uma entrevista semiestruturada com questões que nortearam o objetivo da investigação. Os resultados apontaram para a importância da estruturação de processos educativos com adolescentes voltados para a construção de habilidades para a vida, o que permite resistir às pressões na adoção de comportamentos de risco que possam afetar sua saúde e seu desenvolvimento.El presente artículo presenta un recorte de investigación descriptiva, del tipo exploratorio con abordaje cualitativo. El objetivo consistió en conocer de qué forma la cultura influencia en el comportamiento de adolescentes, contribuyendo a su vulnerabilidad. El estudio trata de la visión de mujeres adolescentes que integran un proyecto de enseñanza y extensión en desarrollo en las escuelas de enseñanza fundamental de la Región Sanitaria Norte de Santa María, interior del Río Grande del Sur. Para la obtención de las informaciones se utilizó como instrumento una entrevista semiestructurada con preguntas que orientan el objetivo de la investigación. Los resultados destacaron la importancia de la estructuración de procesos educativos con adolescentes con el objeto de formar habilidades para la vida, lo que permite resistir a las presiones para adoptar comportamientos de riesgo que puedan afectar su salud y su desarrollo.This article presents a descriptive research, of an explorative type, with a qualitative approach aiming at

  16. As memórias das guerras e as guerras de memórias : encontros e desencontros da narração do sofrimento de mulheres em Moçambique e em Timor-Leste

    OpenAIRE

    Cunha, Teresa

    2010-01-01

    Neste texto tematizo e problematizo a narração dos sofrimentos das mulheres que emergem das entrevistas em profundidade realizadas em 2008 e 2009 em Maputo, Moçambique e Díli, Timor-Leste para discutir três questões: Em primeiro lugar, perceber algumas peculiaridades e semelhanças das experiências de mulheres nas guerras em Moçambique e Timor-Leste através das palavras e dos seus alinhamentos usados nestas narrações. Em segundo lugar, analisar como essa narração dos sofrimentos se transfigura...

  17. Conquistas e desafios no atendimento das mulheres que sofreram violência sexual Advances and challenges in treatment for female victims of sexual violence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilza V. Villela

    2007-02-01

    Full Text Available Este artigo analisa o atendimento à saúde de mulheres que sofreram violência sexual, tendo como foco a parceria entre governo e movimento organizado de mulheres. Toma como referência a bibliografia específica e o depoimento de alguns atores sociais que participaram desta construção. Os resultados mostram que apesar da importância, real e simbólica, do atendimento às vítimas de violência sexual, governo e movimento de mulheres não têm conseguido garantir a expansão destes serviços, nem articular a contento a discussão sobre a violência sexual e o direito das mulheres ao aborto em quaisquer condições, sendo necessário intensificar as ações em torno desta pauta.This article analyzes treatment for female victims of sexual violence, with a focus on partnerships between government and the organized women's movement. The central references are the specific literature and testimony by key social actors who have participated in this process. The results show that despite the real and symbolic importance of care for rape victims, the government and the women's movement have not succeeded in guaranteeing the expansion of these services or adequately linking the discussion of sexual violence to women's right to abortion under any circumstances. It is thus necessary to step up the measures on this agenda.

  18. Planejamento familiar: a autonomia das mulheres sob questão Family planning: a matter of women's choice

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Costa

    2006-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: verificar as condições de acesso das mulheres às atividades de atenção e aos métodos contraceptivos no Brasil. MÉTODOS: inquérito exploratório por questionário auto-aplicado em amostra de municípios, probabilística, aleatória e estratificada por região geográfica e por dimensão populacional. RESULTADOS: os resultados, obtidos por aplicação de fatores de expansão da amostra, abrangem 5507 municípios. Destaca-se a elevada priorização do planejamento familiar associado à região geográfica e ao tamanho do município. A estimativa de cobertura atendida está associada à modalidade de gestão.O diafragma não é oferecido por 79,5% de 5.358 municípios e apenas 6,6% deles atendem à demanda por diafragma superior a 75%, contrastando com os injetáveis, para os quais 13,4% de 5314 municípios conseguem atender a mais que 75% da demanda. A atenção à infertilidade não é realizada em 72,9% dos municípios brasileiros (n=5349 e, em apenas 5,9% deles, são atendidas demandas superiores a 75%. CONCLUSÕES: os resultados encontrados denunciam a dissociação entre as práticas educativas e a rotina de atenção ao planejamento familiar; restrições qualitativas e quantitativas de acesso aos métodos contraceptivos e ainda a baixa oferta de atenção à infertilidade. Ficam evidentes as condições de comprometimento do exercício da autonomia das mulheres quanto a livre escolha dos métodos contraceptivos.OBJECTIVES: to investigate women's access to contraceptive methods. METHODS: inquiry through a self-applied survey of a random sample (divided into geographic regions and population size. The study comprised all 5507 Brazilian municipalities. RESULTS: an outstanding number of municipalities place a high priority on family planning in relation to geographic region and size. As for contraception availability, 79.5% of 5358 municipalities do not provide diaphragms, and only 6.6% meet over 75% of the demand. In contrast

  19. Compromisso socioambiental e vulnerabilidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sônia Maria Lemos

    2011-12-01

    Full Text Available Neste estudo, analisamos formas de compromisso socioambiental adotadas por moradores que vivem em situação de vulnerabilidade. Numa localidade com problemas sociais e ambientais, constatamos três tipos de compromisso socioambiental, nomeados respectivamente de "passividade ativa"; "passividade suportiva" e "passividade cerceada". Esse conjunto expressa o ethos presente nessa população, fruto das experiências individuais e coletivas vividas.This study deals with the way people from an urban locality with many social and environmental problems manifest their commitments towards the environment. The results showed three types of commitment named here as "active passivity"; "withstand passivity" and "controlled passivity", that express the ethos present in this population, which emerged from their individual and collective experiences.

  20. Concepções de Violência Sexual e Direitos das Mulheres: do “Defloramento” ao “Estupro”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Vieira

    2012-09-01

    Full Text Available Este texto visa contextualizar dois momentos em torno da construção jurídica da violência sexual contra mulheres: 1 nos casos de crimes sexuais que chegavam no judiciário em inícios do século XX  --  os crimes contra a “honra das famílias”, e 2 no contexto do desenvolvimento do feminismo, a partir dos anos 1970. Estes dois momentos marcam a construção jurídica da violência sexual, ora pautada pelo predomínio do valor família, ora pelo reconhecimento dos direitos individuais das mulheres. Proponho a noção de “feminismo de direitos” como um conceito analítico quanto à interlocução entre movimento feminista e Direito, a partir da agenda política violência contra as mulheres, no contexto brasileiro.Palavras-chave:  Violência Sexual  –  Feminismo  –  Direitos  Humanos das MulheresABSTRACT:  This text aims to contextualize two moments around the legal construction of sexual violence against women: 1 in the cases of sexual crimes which arrived in court early in the twentieth century  -  crimes against "family  honor", and 2 in the context of the development of feminism starting in the 1970s. These two points mark the legal construction of sexual violence, at times guided by the predominance of family values, at others by the recognition of individual rights of  women. Finally, I propose the concept of "feminism of rights" for an analysis of interactions between the feminist movement and Law, from the political agenda of violence against women in the Brazilian context.Key-words: Sexual Violence - Feminism - Women's Rights

  1. A vagina-escola: seminário interdisciplinar sobre violência contra a mulher no ensino das profissões de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Simone Grilo Diniz

    2016-03-01

    Full Text Available O ensino de obstetrícia no Brasil tradicionalmente requer que o aluno realize um certo número de procedimentos para que seja avaliado, o que levou a uma cultura de ensino do uso não informado, não consentido, das vaginas das parturientes mais pobres, usuárias do SUS, pelos alunos de medicina e outras profissões, para o treinamento de habilidades cirúrgicas. Tais abusos permanecem normalizados por uma cultura institucional que não os reconhece como violações de direitos, promovendo um ensino de habilidades descolado do ensino de valores e dos direitos das usuárias. Para promover um diálogo entre os setores envolvidos, realizamos em março de 2015 o evento “A Vagina-escola: seminário sobre violência contra a mulher no ensino das profissões de saúde”. O seminário foi especialmente oportuno por acompanhar a recente declaração da Oorganização Mundial de Saúde (OMS “Prevenção e eliminação de abusos, desrespeito e maus-tratos durante o parto em instituições de saúde”, reforçando a urgência do tema na Saúde Coletiva.

  2. A liga republicana das mulheres portuguesas e a enfermagem no século xx: leituras na imprensa feminista La “Liga Republicana das Mulheres Portuguesas” y la enfermería in el siglo XX: lecturas en los periódicos feministas The “Liga Republicana das Mulheres Portuguesas” and nursing profession in the XXth century: readings in the feminist press

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Barros Pires

    2012-12-01

    Full Text Available As representações que a sociedade associa à profissão de enfermagem e à enfermeira, muitas vezes contraditórias, persistem no imaginário individual e coletivo e pouco têm a ver com a evolução verificada no âmbito do exercício profissional, do ensino e da academia. As imagens associadas à enfermeira e à enfermagem inscrevem-se na memória dum passado mais ou menos longínquo e poderão ter uma justificação histórica, social e cultural. Desvendar do modo como as representações sociais associadas à enfermeira e à enfermagem se constituíram no passado poderá permitir-nos recriar, no presente, o percurso da nossa identidade profissional e compreender como, enquanto grupo social, produzimos, consumimos, divulgamos e assumimos imagens que definem essa própria identidade. Propomo-nos neste artigo dar a conhecer como a Liga Republicana das Mulheres Portuguesas (LRMP, no início do século XX, criou uma imagem positiva da enfermagem, desenvolvendo um discurso elogioso da profissão captando o interesse das mulheres para uma “profissão digna” que lhes possibilitaria a independência económica em caso de abandono ou viuvez. Utilizaremos um conjunto de artigos publicados na imprensa oficial da Liga: A Mulher e A Criança e A Madrugada dado que a imprensa foi uma importante forma de divulgação e doutrinação das ideias feministas.Las representaciones que la sociedad asocia con la profesión de enfermería y a la enfermera, a menudo contradictorias, persisten en el imaginario individual y colectivo y tienen poco que ver con la evolución en el campo profesional, la educación y la academia. Las imágenes asociadas con la enfermera y la enfermería están registradas en la memoria de un pasado más o menos lejano y pueden tener una justificación histórica, cultural y social. Descubrir cómo las representaciones asociadas con la enfermería y la enfermera se constituyeron nos permitirá recrear el curso de nuestra identidad

  3. Lógicas de guerra e a reprodução das margens: Gangues, mulheres e violência sexuada em El Salvador

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvia Roque

    2013-02-01

    Full Text Available Vinte anos após os Acordos de Paz (1992, El Salvador é considerado um dos países mais violentos do mundo. Os atores mais visíveis e temidos desta violência são os gangues que, há cerca de duas décadas, se digladiam entre si e aos quais são atribuídos vários atos de violência sexuada, incluindo contra as próprias mulheres que os integram. Estas, que são simultânea ou alternadamente vítimas e perpetradoras, fazem parte de uma imagética sobre mulheres e feminilidades anormais ou perversas; mas são, sobretudo, consideradas como exceções e, por isso, ignoradas. Este artigo explora as razões da pouca atenção prestada às motivações e à participação das mesmas em grupos violentos, bem como à violência que contra elas é praticada, a partir da desconstrução de dicotomias e oposições estanques associadas à guerra e à paz, destacando antes a fluidez das conexões entre ambas. Procura‑se demonstrar que uma conceção da guerra e da paz como estados bem definidos e separáveis e uma associação da guerra à exceção e à violência legítima não são neutras do ponto de vista da reprodução da violência em tempos de “paz”, acabando por ocultar e justificar os processos de desumanização que conduzem a uma dupla vitimação das mulheres dentro dos gangues e à negligência de que são alvo na literatura académica e nas políticas de apoio às vítimas ou de prevenção da violência.

  4. Influência da hipertrofia mamária na capacidade funcional das mulheres Influence of breast hypertrophy in the women's functional capacity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Delano Mundim Araújo

    2007-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: investigar a influência da hipertrofia mamária no sistema musculoesquelético por meio da avaliação da capacidade funcional das mulheres. MÉTODO: foram avaliadas 50 mulheres com hipertrofia mamária, e os resultados foram comparados com os de 50 mulheres com mamas normais. Para avaliação da capacidade funcional, utilizou-se o STANFORD HEALTH ASSESSMENT QUESTIONNAIRE 20 (HAQ-20, que consiste de 20 questões sobre atividades do cotidiano em que a entrevistada tem quatro opções de resposta, que são pontuadas. Quanto menor a pontuação, melhor a capacidade funcional. RESULTADOS: a média dos escores do grupo-controle foi 0,10 e do grupo-hipertrofia foi igual a 0,71. Esses escores submetidos ao teste de Mann-Whitney mostraram que o grupo-hipertrofia apresentou valores significantemente maiores do que o grupo-controle (p OBJECTIVE: to investigate the influence of breast hypertrophy in the musculoskeletal-system through the evaluation of the functional capacity in women. METHOD: 50 women with breast hypertrophy were studied and the results were compared to the 50 women without breast hypertrophy. The STANFORD HEALTH ASSESSMENT QUESTIONNAIRE 20 (HAQ-20 was applied to assess the functional capacity. It contains 20 questions about daily activities in which the patient has four answer options, which are scored. Lower scores indicate better functional capacity. RESULTS: the mean score in the control group was 0.10, while in the breast hypertrophy group it was 0.71. When Mann-Whitney test was run, hypertrophy group showed statistically higher scores (p < 0.00. CONCLUSION: breast hypertrophy patients have more difficulties to perform common activities of the daily life.

  5. Mulheres em construção: o papel das mulheres mutirantes na construção de casas populares Women's role in the social construction of popular houses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rebeca Buzzo Fertrin

    2010-08-01

    Full Text Available O presente estudo buscou analisar o papel dos grupos sociais e das interações entre eles no processo de construção do artefato tecnológico 'casa popular', com destaque para o papel desempenhado pelas mulheres. O acompanhamento de um projeto habitacional em desenvolvimento e as informações coletadas de várias fontes revelaram que não apenas o artefato foi moldado pelas relações sociais, mas também que o processo construtivo por meio do mutirão provocou mudanças significativas nas relações anteriormente estabelecidas entre os moradores. Nesse contexto, alguns papéis sociais desempenhados pelas mulheres mutirantes foram alterados substancialmente: elas ocuparam a liderança nas negociações; assumiram o trabalho 'pesado' e 'perigoso' na obra e; construíram - juntamente com as casas - sua nova 'identidade feminina'.This article aimed at investigating the role of relevant social groups and their interaction in the shaping of a technological artefact, namely, a social housing project in which the future residents are themselves responsible for the construction work. In particular, it focuses on the role of the women in the group of future residents. The close observation of the development of the process together with information from documents and interviews revealed that not only the final artefact is shaped by the social groups but also that the interaction between and within such groups are considerably modified during the process. In particular, the social role of women was significantly changed: they steadly and firmly took ever the leading roles; they assumed all sorts of "heavy" and "dangerous" work and, they built, together with the houses, a new female identity.

  6. A visibilidade do trabalho das mulheres ticunas da Amazônia The visibility of work among ticuna women in the Amazon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iraildes Caldas Torres

    2007-08-01

    Full Text Available Este artigo se ocupa de uma análise do artesanato indígena da Amazônia, confeccionado pelas mulheres ticunas, o qual se apresenta como um produto importante no desenvolvimento sustentado da comunidade rural Bom Caminho, no estado do Amazonas. Trata-se de um cotejamento de dados observados e coletados no processo de consultoria realizada ao Sebrae/Amazonas no ano de 2004. Mostra o trabalho das mulheres como o elemento ordenador da economia doméstica na etnia ticuna, sob o primado de uma divisão sexual do trabalho que credita a elas responsabilidade maior pela manutenção da família.This paper analyzes the Amazon Indian craftsmanship, done by Ticuna Women. Crafts are shown to be an important product in the strong positive development in the rural Amazon community. It works with data observed and collected in research done as a consultant for Sebrae/Amazonas in 2004. It shows how women work is an organizing element of the domestic economy for the Ticuna ethnicity. A principal feature of the sexual division of labor places women as having more responsibility for family maintenance.

  7. Trajetória das mulheres no Curso de Filosofia da Universidade do Estado do Amapá no período de 2008 a 2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alzira Marques Oliveira

    2014-06-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 O objetivo da pesquisa foi analisar a trajetória das mulheres que estudam e/ou estudaram filosofia na universidade do Estado do Amapá no período de 2008 à 2012 buscando identificar problemáticas sobre a evasão dessas acadêmicas. Além da evasão buscou-se discutir medidas de permanência delas na universidade. A metodologia adotada para realização deu-se em quatro etapas distintas: pesquisa bibliográfica, pesquisa de campo, tabulação dos dados e análise dos resultados. Foram analisadas cinco amostras de populações de discentes da Universidade do Estado do Amapá. Foram investigadas dezenove variáveis e 48 unidades amostrais. Com base nos resultados alcançados concluiu-se que as mulheres abandonam o curso de filosofia e conseqüentemente o seu fazer filosófico ao longo da trajetória acadêmica em decorrência da insuficiência de políticas públicas de permanência voltada para o segmento feminino na universidade.

  8. Índice de Vulnerabilidade à Erosão para Uma Bacia na Mesorregião do São Francisco Pernambucano, d Partir das Relações entre Morfogênese e Pedogênese.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jéssica Bezerra de Menezes

    2007-12-01

    Full Text Available No contexto semi-árido do Nordeste do Brasil os processos superficiais são comandados pela magnitude dos inputs pluviais, sua recorrência espaço-temporal e interação direta com as formações superficiais peculiares a este domínio e as práticas de uso da terra. De fato, na escala das micro-bacias a erosão hídrica representa a forma mais importante de ocorrência e constitui um problema ambiental nos espaços agrários tradicionais do semi-árido nordestino. Na bacia do riacho Mulungu, o panorama social da comunidade denota o baixo nível de desenvolvimento humano, enquanto o panorama ambiental reflete a pressão que esta exerce sobre o seu suporte natural, sendo observada erosão linear em sulcos e ravinas, formação de leques de dejeção assoreando o leito do rio, crostas salinas na superfície do solo e baixa densidade da cobertura vegetal nativa. O objetivo deste trabalho foi determinar um índice de vulnerabilidade à erosão para a bacia do riacho Mulungu, utilizando os princípios da Ecodinâmica de Tricart e técnicas de sistema de informção geográfica e sensoriamento remoto. A fim de se obter uma imagem sucinta da estruturação superficial da paisagem e sua dinâmica, foram superpostos em ambiente digital os mapas pedológico, geomorfológico, geológico, de vegetação, do modelo digital de elevação e de declividade da área. Em seguida, foram estimados índices de vulnerabilidade considerando a interação entre a geologia, a geomorfologia, os tipos de solo, a vegetação, a distribuição da precipitação e o uso do solo. A partir da análise desses parâmetros, foi estimado um índice geral de vulnerabilidade morfodinâmica para a bacia que correspondeu a 2,0, indicando que a área da bacia possui um grau de susceptibilidade intermediário.

  9. Relações entre identidade, linguagem e cultura: o léxico da culinária em A casa das sete mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giselle Olivia Mantovani Dal Corno

    2014-12-01

    Full Text Available Em um universo cultural, há regras de convivência social permeando todo o cotidiano. Uma das funções da cultura é permitir a adaptação do indivíduo à sociedade, já que é pela herança cultural que a comunicação se instaura. Não apenas pela linguagem, mas também por seu comportamento, os indivíduos assumem determinada identidade, construída a partir da cultura. Esta, por sua vez, expressa-se por referenciais linguísticos. Dessa perspectiva, o presente artigo tem como objetivo proceder a uma análise das relações existentes entre identidade, linguagem e cultura pelo estudo do léxico relativo à culinária no romance A casa das sete mulheres, de Leticia Wierzchowski, a partir do qual se busca observar como a construção da identidade regional gaúcha é retratada na obra.

  10. Vulnerabilidade das crianças com necessidades especiais de saúde: implicações para a enfermagem Vulnerabilidad de los niños con necesidades especiales de atención médica: implicaciones para enfermería Vulnerability of children with special health care needs: implications for nursing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andressa da Silveira

    2012-12-01

    Full Text Available Trata-se de uma pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória que objetivou descrever a vulnerabilidade das crianças com necessidades especiais de saúde para o cuidado e manutenção da vida no cotidiano. Os sujeitos foram 10 familiares/cuidadores de crianças em uma unidade de internação pediátrica de um hospital de ensino. Os dados foram produzidos por meio do método criativo e sensível, mediado pelas dinâmicas de criatividade e sensibilidade e submetidos à análise de discurso francesa. Os resultados apontaram que as crianças possuem vulnerabilidade individual, social e programática traduzidas pela sua fragilidade clínica, a dificuldade de acesso aos serviços de saúde e a inexistência de políticas públicas específicas. Recomenda-se a reestruturação do sistema de referência e contrarreferência, programas e políticas públicas de saúde específicas para essa clientela. Para isso, torna-se relevante que os profissionais de enfermagem proporcionem, aos familiares/cuidadores, momentos de escuta, reconhecendo na subjetividade do cuidado desenvolvido pelo familiar no domicílio.Estudio cualitativo descriptivo y exploratorio que tuvo como objetivo describir la vulnerabilidad de los niños con necesidades especiales de salud para el cuidado cotidiano. Los sujetos fueron 10 familiares/cuidadores de niños en una unidad de pediatría de un hospital universitario. Los datos se produjeron por medio del método creativo y sensible a través de la dinámica de la creatividad y sensibilidad y sometidos al análisis francés del discurso. Los resultados mostraron que los niños tienen vulnerabilidad individual, social, y programática traducidas por su fragilidad clínica, la dificultad de acceso a los servicios de salud y la falta de políticas específicas. Se recomienda la reestructuración del sistema de referencia y contrarreferencia, los programas y las políticas públicas de salud para que estos niños. Es importante que los

  11. Bioética feminista na América Latina: a contribuição das mulheres Feminist bioethics in latin america: women's contribution

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debora Diniz

    2008-08-01

    Full Text Available A bioética se consolidou no Brasil em finais dos anos 1990. Um fenômeno semelhante ocorreu em outros países da América Latina, em especial na Argentina, no Chile e no México. Nesse processo de consolidação, as mulheres assumiram diferentes papéis: ora de protagonistas acadêmicas da bioética, ora de interlocutoras da bioética no espaço público. Essa dupla inserção é marca registrada das mulheres na bioética latino-americana e é parte da biografia das autoras deste ensaio. Este ensaio é uma peça biográfica e genealógica da bioética latino-americana e brasileira em particular. O fio condutor da narrativa são experiências vividas pelas autoras nesse duplo papel de protagonismo acadêmico e de interlocução política da bioética.Bioethics was consolidated in Brazil at the end of the 1990s. A similar phenomenon occurred in other countries in Latin America, especially in Argentina, Chile, and Mexico. In this consolidation process, women assumed different roles: sometimes as bioethics academic protagonists, and sometimes as bioethics interlocutors in the public sphere. This dual insertion is the trademark of the women in Latin American bioethics and is part of the biography of the authors of this essay. This essay is a biographical and genealogical narrative of Latin American, and specifically, of Brazilian bioethics. The common thread of this narrative is our experiences in this dual role as academic protagonists and as bioethics political speakers.

  12. Perfil sócio-epidemiológico demográfico das mulheres idosas da Universidade Aberta à Terceira Idade no estado de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barreto Kátia Magdala Lima

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: identificar o perfil sócio-epidemiológico demográfico das mulheres idosas que freqüentam o Programa Universidade Aberta à Terceira Idade, da Universidade Federal de Pernambuco (UnATI/UFPE, comparando com determinados estudos sobre universidades da terceira idade. MÉTODOS: estudo epidemiológico descritivo de corte transversal e censitário com 308 idosas, a partir dos 60 anos, do UnATI/UFPE. Foi utilizado um instrumento multidimensional, o Brazil Old Age Schedule composto por um questionário estruturado, através do qual investigou-se a situação pessoal e familiar, a condição econômico-social e os aspectos relativos à autonomia e independência funcional para o desempenho das atividades de vida diária e à ocupação do tempo livre. RESULTADOS: em relação à situação pessoal e familiar, predominam as idosas jovens (60 a 69 anos, com escolaridade de segundo grau completo, cuja maioria é viúva; referem satisfação com a vida; apresentam importantes níveis de autonomia e independência funcional; são capazes de realizar sozinhas as atividades de vida diária e as atividades instrumentais vida diária. A maior parte oferece a seus familiares ajuda financeira e de moradia. CONCLUSÕES: os perfis sócio-epidemiológico e demográfico são bastante semelhantes aos de experiências análogas, aproximando-se da realidade de mulheres idosas que participam de outros programas do tipo Universidades Abertas à Terceira Idade.

  13. Território, soberania e crimes de segundo Estado: a escritura nos corpos das mulheres de Ciudad Juarez

    OpenAIRE

    Segato, Rita Laura

    2005-01-01

    O ensaio examina o caso dos feminicídios que resultaram em pelo menos 300 mulheres assassinadas durante os últimos 11 anos em Ciudad Juarez, Chihuahua, na fronteira norte do México. Em todos esses anos, as autoridades apresentaram somente uns poucos suspeitos, sem nunca conseguir convencer a opinião pública de sua culpabilidade. Impunidade e proteção dos assassinos são evidentes tanto para a opinião pública local como para os observadores internacionais. Eu sugiro que o que é escrito no corpo...

  14. Empoderamento das mulheres beneficiárias do Programa Bolsa Família na percepção dos agentes dos Centros de Referência de Assistência Social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nathalia Carvalho Moreira

    2012-04-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo analisar o empoderamento das mulheres beneficiárias do Programa de Transferência de Renda, conhecido como "Programa Bolsa Família", na percepção dos agentes sociais dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras. Para tanto, realizou-se um estudo de caso múltiplo, tendo como sujeitos de pesquisa 11 gestores de diferentes Cras do estado de Minas Gerais. A partir da técnica de análise de conteúdo, as respostas das perguntas, que compuseram as entrevistas, foram agrupadas de acordo com as categorias Bolsa Família, Cras e Mulher. Os resultados apontam a importância do Cras na execução do Programa Bolsa Família e no processo de empoderamento, pois a convivência e a participação neste local têm contribuído para a conscientização sobre direitos, para a inserção social e para a melhoria do bem-estar das mulheres, fatores evidenciados por intermédio do interesse das mulheres por cursos, oficinas, informações sobre programas sociais e atendimento psicológico. Na percepção dos agentes, foi possível observar melhoria nas condições de vida, nas relações familiares, conscientização e autoestima, implicando reflexos sobre o empoderamento feminino. Portanto, embora sendo um processo lento e embrionário, pode-se dizer que o ciclo do empoderamento das mulheres beneficiárias do Bolsa Família pode ser completado, pois consegue atingir as três dimensões (individual, familiar e comunitária.

  15. Treinamento de sobrecarga muscular não afeta o diâmetro das principais veias dos membros inferiores em mulheres adultas com insuficiência venosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gigliola Cibele Cunha da Silva

    2010-12-01

    Full Text Available O exercício físico pode promover benefícios na funcionalidade do sistema venoso. Contudo, tratando-se de exercício com sobrecargas musculares, observa-se contraindicações quanto à sua prática diante da possibilidade da mesma estar relacionada ao agravamento das disfunções venosas. OBJETIVO: Analisar os efeitos da prática do exercício com sobrecargas musculares sobre o diâmetro venoso de mulheres fisicamente inativas portadoras de insuficiência venosa crônica de membros inferiores. MÉTODOS: Vinte e duas mulheres com idades entre 21 e 58 anos (34,27 ± 12 anos foram divididas aleatoriamente em dois grupos: experimental (n = 12 e controle (n = 10. O treinamento com cargas foi realizado por 16 semanas, e o diâmetro venoso foi medido nas veias safenas magna (em nível da coxa e perna e parva no membro inferior esquerdo por meio de ecodoppler colorido. Utilizou-se a ANOVA por dois fatores para avaliar as possíveis modificações dos diâmetros entre os grupos e ao longo do tempo (p < 0,05. RESULTADOS: Não foram encontradas alterações significativas nos diâmetros das veias safenas parva (porções superior, média e inferior: p = 0,80, 0,32 e 0,20, respectivamente, magna em nível da perna (p = 0,17, 0,74 e 0,96 e magna em nível da coxa (p = 0,57, 0,67 e 0,52. CONCLUSÃO: A prática do exercício com sobrecargas musculares pode ser considerada um meio de intervenção ou tratamento, uma vez que não promoveu alterações no diâmetro venoso de mulheres que apresentaram insuficiência venosa crônica nos membros inferiores.

  16. Violência doméstica: análise das lesões em mulheres Domestic violence: an analysis of injuries in female victims

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cléa Adas Saliba Garbin

    2006-12-01

    Full Text Available Este estudo tem como objetivo avaliar a prevalência de lesões de cabeça e pescoço em mulheres, frente aos inquéritos policiais registrados como lesão corporal e maus-tratos na Delegacia de Defesa da Mulher de Araçatuba, São Paulo, Brasil, no ano de 2002. Foram totalizados 204 inquéritos policiais no ano de 2002, e destes extraídos 33 laudos periciais referentes aos crimes de lesões corporais e maus-tratos em mulheres. Analisou-se nos laudos médicos da perícia, aspectos relativos à idade das vítimas e local das lesões por elas apresentadas na ocasião do exame. Os resultados encontrados revelam que as agressões ocorrem em faixas etárias diversas, com predominância na infância e adolescência. Além disso, ocorreu a maior prevalência de lesões na região da cabeça e pescoço, área de atuação do cirurgião-dentista que necessita estar preparado para atender, entre outros, o paciente vítima de violência.This study aimed to evaluate the prevalence of head and neck injuries in females based on complaints registered as bodily harm or cruel and unusual punishment at the Women's Defense Precinct in Araçatuba, São Paulo State, Brazil, in 2002. A total of 204 police inquiries were conducted in 2002, resulting in 33 police reports of bodily harm and cruel and unusual punishment to females. The police reports were examined as to victim's age and site of injury. The results showed that injuries are inflicted on various age brackets, with a higher prevalence in children and adolescents. In addition, the highest prevalence of injuries was in the head and neck, encompassing the area where dentists work and where they should be prepared to treat victims of such violence.

  17. Estigma e discriminação: experiências de mulheres HIV positivo nos bairros populares de Maputo, Moçambique

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosário Gregório Andrade

    2015-03-01

    Full Text Available A epidemia de HIV/AIDS é um sério problema de saúde pública em Moçambique, que convive com altas taxas de prevalência do HIV. O impacto da epidemia é agravado pelo forte estigma que atinge as pessoas soropositivas. O objetivo deste estudo foi investigar, com base em uma perspectiva socioantropológica, a experiência de mulheres HIV positivo nos bairros populares de Maputo e como lidam com o estigma e a discriminação. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com dez mulheres HIV positivo, residentes nos bairros populares de Maputo. Os resultados mostram como a desigualdade de gênero atua de forma importante na construção da vulnerabilidade das mulheres ao HIV, assim como em sua estigmatização e discriminação. No enfrentamento do estigma, as mulheres procuram preservar o sigilo do diagnóstico buscando apoio na reunião em grupos de pares HIV positivo. É fundamental que se implementem políticas públicas voltadas para o empoderamento das mulheres e redução do estigma associado ao HIV/AIDS.

  18. A Condição Histórico-social Da Mulher Na Perspectiva Socialista: Um Estudo Das Trajetórias De Rosa Luxemburgo E Alexandra Kollontai

    OpenAIRE

    Cláudia Ramos de Souza Bonfim

    2013-01-01

    Este estudo é qualitativo-histórico-bibliográfico, pauta-se nos referenciais da análise crítico-dialética. Objetiva-se apontar as contribuições das socialistas Alexandra Kollontai e Rosa Luxemburgo para se pensar a condição da mulher na sociedade. A fundamentação téorica constitui-se especialmente ao redor do resgate historiográfico da produção matricial de Kollontai e Luxemburgo. Indaga-se: “historicamente, qual foi a contribuição das produções das mulheres socialistas, especialmente Kollont...

  19. A Condição Histórico-social Da Mulher Na Perspectiva Socialista: Um Estudo Das Trajetórias De Rosa Luxemburgo E Alexandra Kollontai

    OpenAIRE

    Cláudia Ramos de Souza Bonfim

    2015-01-01

    Este estudo é qualitativo-histórico-bibliográfico, pauta-se nos referenciais da análise crítico-dialética. Objetiva-se apontar as contribuições das socialistas Alexandra Kollontai e Rosa Luxemburgo para se pensar a condição da mulher na sociedade. A fundamentação téorica constitui-se especialmente ao redor do resgate historiográfico da produção matricial de Kollontai e Luxemburgo. Indaga-se: “historicamente, qual foi a contribuição das produções das mulheres socialistas, especialmente Kollont...

  20. A compreensão das vulnerabilidades sócio-econômicas no cenário da assistência de enfermagem pediátrica La comprensión del vulnerabilidad social y económica en el escenario de la asistencia de enfermería pediátrica Comprehension of social and economic vulnerability in the scenario of pediatrics nursing care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Lourdes Rodrigues Pedroso

    2010-06-01

    Full Text Available Fatores de vulnerabilidade que afetam o ambiente onde a criança e sua família estão inseridas podem ser traduzidos por condições inadequadas de vida e desenvolvimento. Este estudo objetiva compreender as percepções dos enfermeiros sobre as influências das vulnerabilidades de sócio-econômicas, no cuidado à criança e família, no ambiente de Unidades de Internação Pediátricas em um Hospital Universitário do Município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Trata-se de uma pesquisa qualitativa na perspectiva de um estudo exploratório descritivo. A coleta de informações ocorreu com nove participantes por meio de entrevistas individuais semi-estruturadas, analisadas conforme referencial da Análise de Conteúdo. Emergiram três categorias de análise, sendo aqui explorada a compreensão do conceito de vulnerabilidade de origem sócio-econômica. Constatou-se que quando situações de vulnerabilidade são corretamente identificadas, o profissional enfermeiro possui condições de estabelecer ações que favoreçam o crescimento e desenvolvimento saudáveis da criança enferma e sua família,Factores de vulnerabilidad que afectan el ambiente donde el niño y su familia están inseridos pueden ser traducidos por condiciones inadecuadas de vida y desenvolvimiento. Este estudio tuvo el objetivo de comprender las percepciones de los enfermeros acerca de las influencias de las vulnerabilidades sociales y económicas en el cuidado al niño y a su familia en el ambiente de Unidades de Internación Pediátricas en un Hospital Universitario de la Municipalidad de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Se trata de una pesquisa cualitativa bajo la perspectiva de un estudio exploratorio y descriptivo. La recolección de informaciones fue realizada con nueve participantes por medio de entrevistas individuales semi-estructuradas, analizadas según el referencial del Análisis de Contenido. Emergieron tres categorías de análisis, siendo aqu

  1. Mulheres e esporte de risco: um mergulho no universo das apneístas Women and risk sports: diving into the universe of apneístas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Silva Abdalad

    2011-06-01

    Full Text Available Este estudo, de natureza qualitativa propõe-se investigar, sob a ótica do Imaginário Social, os sentidos de limite, risco e corpo para mulheres praticantes de mergulho em apneia, no qual a vivência de uma prática de risco extremo é deliberadamente escolhida pelas informantes. Nossa amostra, intencional, foi composta por oito mulheres que praticam o esporte. O procedimento metodológico utilizado para a interpretação das falas foi a Análise do Discurso proposta por Orlandi (1987, 1993, 1999. Também trabalhamos com a interpretação das palavras que emergem na realização da técnica da Associação de Ideias (ABRIC, 1994. Nove grupos semânticos organizaram-se em torno de um grupo de associações comuns e outro de associações não comuns. As mergulhadoras das grandes profundidades sabem que ao praticarem um esporte de risco extremo desafiam seus limites corporais, e precisam tomar cuidado para não extrapolar esses limites. É preciso estendê-los. A preocupação parece estar presente na vivência deste limiar entre a vida e a morte.This study of qualitative nature aims at investigating, from a Social Imaginary perspective, the senses of limit, risk and body are for the women who practice apneic diving. The experience of this extreme risk practice is deliberately chosen by informants. Our intentionally selected sample was made up of eight women who practice the sports. The method applied for the interpretation of those speeches was Orlandi's Discourse Analysis (1987, 1993, 1999. We have worked with the interpretation of words that emerge from the Idea Association (ABRIC, 1994 technique. Nine semantic groups were organized around a group of common associations and another group of uncommon associations. The divers who go down great depths know that the practice of that sport of high risks challenges their body limits, and they must be careful not to go beyond those limits. They must extend them. That concern seems to be present in

  2. Os sentimentos das mulheres pós-mastectomizadas Los sentimientos de la mujer post-mastectomizada The feelings of women post mastectomized

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Maria de Jesus Sousa de Pires Moura

    2010-09-01

    Full Text Available Pesquisa qualitativa, que objetivou: descrever os sentimentos das mulheres sobre o câncer de mama e discutir as mudanças ocorridas na vida da mulher após o câncer de mama. Ocorreu em um ambulatório de ginecologia de um hospital público de Teresina. Foram entrevistadas 13 mulheres mastectomizadas. Na análise das entrevistas, surgiram três categorias: Sentimentos negativos gerados pela percepção física após mastectomia; Sentimentos positivos gerados pelo conforto espiritual; e Sentimentos gerados pela falta de apoio e atenção dos profissionais durante a assistência. A mudança na vida da mulher com câncer é radical, devido principalmente ao diagnóstico e tratamento. As dificuldades são incalculáveis, pois requerem adaptações profundas no modo de pensar e agir, que influencia física e emocionalmente o convívio pessoal e social.La investigación cualitativa, cuyo objetivo es: describir los sentimientos de las mujeres acerca del cáncer del seno y discutir los cambios en la vida de una mujer después de cáncer de mama. Se produjo en una clínica ambulatoria de ginecología de un hospital público en Teresina. Un total de trece mujeres mastectomizadas. En el análisis de las entrevistas fueron 3 categorías: sentimientos negativos generados por la percepción física después de una mastectomía, sentimientos positivos generados por el confort espiritual y los sentimientos generados por la falta de apoyo y atención de los profesionales de asistencia. El cambio en la vida de las mujeres con cáncer es radical, debido principalmente al diagnóstico y tratamiento. Las dificultades son incalculables, ya que requieren cambios profundos en la manera de pensar y de actuar, lo que influye en el desarrollo físico y emocional, personal y la interacción social.Qualitative research, which aimed to: describe the feelings of women about breast cancer and discuss the changes in a woman's life after breast cancer. It occurred in a

  3. Inclusão/exclusão das mulheres imigrantes nos cuidados de saúde em Portugal: reflexão à luz do feminismo crítico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Topa, Joana Bessa

    2010-01-01

    Full Text Available O processo migratório pode constituir um factor de risco para a saúde, podendo acarretar uma maior vulnerabilidade em relação a problemas de saúde em geral (Carballo et al. , 1998 e de saúde mental em particular, devido não só à dureza do processo migratório (Carta et al. , 2005, mas também à exposição quotidiana a formas de discriminação (in Pusseti, Ferreira, Lechner & Santinho, 2009. Se existe um elevado desconhecimento do acesso efectivo dos/as imigrantes aos cuidados de saúde (Fonseca, Silva, Esteves & McGarrigle, 2009 mais acentuado é no que se concerne à mulher imigrante. Esta apresentação pretende evidenciar e reflectir sobre a necessidade dos países de acolhimento desenvolverem políticas a nível dos serviços de saúde, à luz dos feminismos, tendo em conta o estatuto de mulher e imigrante. Trata-se uma reflexão teórica sobre o tema que está a ser trabalhado empiricamente no âmbito de um doutoramento em Psicologia Social

  4. Violência contra a mulher: percepção dos médicos das unidades básicas de saúde da cidade de Ribeirão Preto, São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Garbelini De Ferrante

    2009-12-01

    Full Text Available Violência contra a mulher é um fenômeno complexo e altamente prevalente, considerado problema de saúde pública. Comumente, as mulheres afetadas buscam serviços de saúde para tratar sintomas associados. Este estudo, de abordagem qualitativa, teve por objetivo verificar a percepção dos médicos das unidades básicas de saúde de Ribeirão Preto-SP sobre violência contra a mulher perpetrada por parceiro íntimo. Os dados foram levantados por meio de entrevistas com 14 médicos ginecologistas-obstetras e clínicos gerais. A análise de conteúdo permitiu definir os seguintes temas: conhecimento sobre tipos e gravidade de violência, percepções acerca de quem é a mulher acometida, prática médica frente à situação de violência, possibilidades de intervenções e barreiras de acesso ao serviço. Os médicos, por se sentirem despreparados para abordar o tema, o enfrentam com muitos preconceitos de classe social e gênero, transferindo a responsabilidade, por eventuais falhas no atendimento, aos "outros": os serviços, a rede e as mulheres.

  5. Violência contra a mulher: percepção dos médicos das unidades básicas de saúde da cidade de Ribeirão Preto, São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Garbelini De Ferrante

    Full Text Available Violência contra a mulher é um fenômeno complexo e altamente prevalente, considerado problema de saúde pública. Comumente, as mulheres afetadas buscam serviços de saúde para tratar sintomas associados. Este estudo, de abordagem qualitativa, teve por objetivo verificar a percepção dos médicos das unidades básicas de saúde de Ribeirão Preto-SP sobre violência contra a mulher perpetrada por parceiro íntimo. Os dados foram levantados por meio de entrevistas com 14 médicos ginecologistas-obstetras e clínicos gerais. A análise de conteúdo permitiu definir os seguintes temas: conhecimento sobre tipos e gravidade de violência, percepções acerca de quem é a mulher acometida, prática médica frente à situação de violência, possibilidades de intervenções e barreiras de acesso ao serviço. Os médicos, por se sentirem despreparados para abordar o tema, o enfrentam com muitos preconceitos de classe social e gênero, transferindo a responsabilidade, por eventuais falhas no atendimento, aos "outros": os serviços, a rede e as mulheres.

  6. A condição das mulheres no Islã: a questão da igualdade Islamic women's status: the question of equality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aïcha El Hajjami

    2008-06-01

    Full Text Available No ocidente, o tema da condição das mulheres no Islã está ligado à representação que geralmente se faz do Islã e dos muçulmanos. É uma representação constituída por estereótipos, esquematizações reducionistas e por confusões conceituais. A realidade do Islã e das sociedades muçulmanas possui muito mais nuances e freqüentemente não corresponde às idéias estabelecidas. A condição de inferioridade e precariedade a que está confinada a maior parte das mulheres muçulmanas, revela principalmente a hegemonia de uma mentalidade e de um sistema patriarcal que instrumentaliza sua leitura da religião para legitimar as situações de dominação, de violência e de exclusão em relação às mulheres. Partindo desta constatação, a autora propõe uma outra leitura do Islã e uma reflexão sobre a noção de igualdade no Alcorão e Sunna, na sua relação com o contexto da revelação, as finalidades da Chari'a e as perspectivas de evolução que podem revelar o referencial islâmico. Este trabalho de base é passível de reduzir as distâncias entre os princípios de igualdade entre os sexos inscritos nas convenções internacionais e seu equivalente no Islã.The Western idea relative to Islamic women's status is linked to the representations generally held on Islam and Muslim people. These representantions are riddled by esterotypes, reductionist schemas and conceptual confusions. Islam and Muslim societies' reality is much more nuanced and common held ideas do not correspond to it. The inferior status and poverty in which most of Muslim women are confined show the hegemony of a mentality and a patriarchal system that uses its readings of religion in order to legitimate the domination, violence and exclusion of women. Beginning with this idea, the author proposes another reading of Islam and a reflection about the equality notions in the Coran and in the Sunna in the context of revelation, Chari'a objectives and the

  7. Análise da Fragilidade e Vulnerabilidade Natural dos Terrenos aos Processos Erosivos como Base para o Ordenamento Territorial: o Caso das Bacias do Córrego Carioca, Córrego do Bação e Ribeirão Carioca na Região do Alto Rio das Velhas-MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clibson Alves dos Santos

    2010-08-01

    Full Text Available As bacias do Córrego Carioca, do Córrego do Bação e do Ribeirão do Carioca fazem parte da bacia do rio Itabirito, tributário no alto rio das Velhas, afluente do Rio São Francisco. Essa região é marcada por intensos processos erosivos, decorrentes do uso inadequado dos solos. Sendo evidenciados diversos conflitos de uso dos terrenos e recursos hídricos, devido ao desenvolvimento da atividade minerária, das atividades industriais, das práticas agropastoris, da crescente ocupação urbana e da expansão imobiliária por condomínios residenciais de classe alta. Nesse trabalho, analisou-se a susceptibilidade natural dos terrenos aos processos erosivos, tendo como base as unidades geomorfológicas definidas por Santoset al. (2006 e os métodos propostos por Crepani et al. (1996; 2001 e Ross (1992; 1994; 2000, visando contribuir no processo de planejamento ambiental e ordenamento territorial dessa região. Os resultados hierarquizam a área segundo o grau de fragilidade e vulnerabilidade aos processos erosivos, que associadas às análises realizadas no presente estudo, constituem-se em ferramentas orientativas no processo de ordenamento territorial das bacias hidrográficas estudadas.

  8. Geração de trabalho e renda como estratégia de Promoção da Saúde: o caso das mulheres mastectomizadas em Nova Iguaçu, RJ, Brasil

    OpenAIRE

    Clarice Silva Santana; Gíssia Gomes Galvão; Paulini Malfei de Carvalho Costa; Maria de Fátima Lobato Tavares

    2016-01-01

    Resumo O tema abordado neste artigo é a geração de trabalho e renda de mulheres mastectomizadas. Surgiu a partir da necessidade da reorientação das práticas de saúde desenvolvidas em um ambulatório de fisioterapia em mastologia oncológica de um município da baixada fluminense do Estado do Rio de Janeiro, baseada na Promoção da Saúde. Diante do dilema de que a maioria das mulheres possuía condições físicas para exercerem uma atividade laborativa, porém não eram absorvidas pelo mercado de traba...

  9. Mulheres Fazem Isso? – Análise das Estratégias de Gestão do Rúgbi Feminino no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Marques

    2015-01-01

    Full Text Available Este artigo apresenta o marketing esportivo integrado à gestão do rúgbi feminino no Brasil e analisa as estratégias utilizadas para a popularização desta modalidade esportiva. A Confederação Brasileira de Rúgbi, em 2011 elaborou um planejamento estratégico com o objetivo de reestruturar a modalidade e vem utilizando conceitos de marketing esportivo para fomento do rúgbi, visando o seu crescimento, tanto em números de praticantes, como de apoiadores e torcedores. Para realização do objetivo proposto foi realizada uma pesquisa exploratória sobre o rúgbi, modalidade que estará presente nos Jogos Olímpicos de 2016. Analisam-se ainda a história da Seleção feminina de Rúgbi e as ferramentas de marketing e gestão esportiva utilizada pela Confederação. Ao final é realizado um estudo das estratégias da gestão esportiva do rúgbi feminino no Brasil, levando-se em consideração também a questão de gênero, em especial os obstáculos que as mulheres esportistas enfrentam em um esporte que está aliado à virilidade e à força masculina.

  10. Os bens de consumo como mecanismo de mediação da reprodução cultural das mulheres negras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josiane Silva de Oliveira

    2010-02-01

    Full Text Available O consumo, para as mulheres negras, é uma prática material e simbólica que expressa pertencimento social e étnico, em especial quando relacionados aos cabelos crespos, pois a manipulação destes reflete os conflitos sociais os quais estas mulheres estão envolvidas na sociedade brasileira. Objetivamos, nessa pesquisa, compreender como as mulheres negras utilizam o consumo como mecanismo de reprodução cultural, ao substanciar de significados os bens consumidos para a construção de identificação como mulher negra.

  11. Complicações intercorrentes nas gestações e os resultados perinatais das mulheres com hemoglobinopatias acompanhadas no serviço de gestação de alto risco

    OpenAIRE

    Salazar,Eliny Aparecida Vargas Machado

    2012-01-01

    Objetivo: estudar as complicações intercorrentes nas gestações e os resultados perinatais das mulheres com hemoglobinopatias acompanhadas em um serviço de gestação de alto risco. Material e Método: Trata-se de um estudo quantitativo, observacional, transversal, retrospectivo, envolvendo gestantes atendidas no ambulatório para gestantes de risco do NHU/UFMS no período de novembro de 2010 a agosto de 2011. Resultados: Das 110 gestações relacionadas, não houve associações entre a presença ou não...

  12. AVALIAÇÃO DA VULNERABILIDADE FÍSICA DA ORLA COSTEIRA EM NÍVEL LOCAL, TOMANDO COMO EXEMPLO O ARCO PRAIAL ENTRE RIO DAS OSTRAS E O CABO BÚZIOS/RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dieter Muehe

    2011-12-01

    Full Text Available Processos erosivos representam um risco para as áreas urbanizadas próximas à linha de costa. Com a finalidade de avaliar o grau de vulnerabilidade à erosão costeira, considerando um cenário de elevação do nível do mar para os próximos 50 anos (até 2060, um conjunto de técnicas, consistindo de comparação de fotos aéreas, levantamentos batimétricos e de perfis de praia, modelagem computacional de refração de ondas, caracterização morfodinâmica da praia, análise granulométrica da praia e antepraia e determinação do perfil de equilíbrio, foi aplicado num arco praial localizado entre a cidade de Rio das Ostras e a Ponta do Pai Vitório, no litoral do Estado do Rio de Janeiro. O arco praial é segmentado em dois semiarcos devido à presença de um promontório rochoso e a desembocadura de um rio junto à cidade de Barra de São João, sendo caracterizado por variados níveis de urbanização e distintos graus de exposição às ondas e ambientes morfodinamicamente diferenciados. Os resultados indicaram um desequilíbrio morfodinâmico em grande parte do arco praial e da antepraia entre Rio das Ostras e Barra de São João, justamente onde a urbanização se encontra mais próxima da praia. Uma projeção de recuo da costa para os próximos 50 anos, considerando a atual taxa de erosão e de elevação do nível do mar e mais a elevação do nível do mar prevista em função do incremento da taxa atual por efeito climático indicou recuos potenciais da ordem de 10 a 30m, o que representa um risco potencial para muitas das construções da orla costeira.

  13. Visibilidad e invisibilidad: Acerca del trabajo y las mujeres Visibilidade e invisibilidade: acerca do trabalho e das mulheres Visibility and Invisibility: the work of women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Alejandra Collado

    2009-12-01

    Full Text Available La crisis del empleo conjuntamente con las teorías del fin del trabajo, pusieron en discusión la centralidad del trabajo. Frente a esta situación, se observa que los debates en torno al trabajo en general (sus esferas productivas y reproductivas, su vinculación con el empleo y las formas visibles e invisibles de realizarlo han sido abordadas por una de las tradiciones más negadas del pensamiento social: el feminismo. Esta corriente intentó disputar el sentido sobre el trabajo y el no-trabajo, a propósito del incremento constante de la participación de las mujeres en el mercado laboral. Si bien los planteos feministas reconocen distintos niveles de análisis y énfasis, es necesario volver hacia su singular producción, con el objeto de desentrañar la situación de mayor explotación y opresión de los trabajadores en general y en especial de las mujeres, la que hoy se ve facilitada por la pretendida "invisibilización" o pérdida de centralidad del trabajo.A crise do emprego, em conjunto com as teorias do fim do trabalho, colocou em pauta a centralidade do trabalho. Diante desta situação, considera-se que os debates em torno do trabalho, em geral (suas esferas produtivas e reprodutivas, sua relação com o emprego e as formas visíveis e invisíveis de realizá-lo, têm sido abordados por uma das tradições mais negadas do pensamento social: o feminismo. Esta corrente tentou disputar o sentido do trabalho e o não trabalho com relação ao incremento constante da participação das mulheres no mercado laboral. Embora as propostas feministas reconheçam diferentes níveis de análise e de ênfases, torna-se necessário retornar para sua singular produção, com o propósito de desvendar a situação de maior exploração e de opressão, dos trabalhadores em geral e em especial das mulheres. Situação facilitada pela pretendida "invisibilização" ou pela perda de centralidade do trabalho.The crisis of employment, combined with

  14. O mundo muçulmano em uma era global: a proteção dos direitos das mulheres The muslim world in a global age: protecting women's ights

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mahmood Monshipouri

    2004-06-01

    Full Text Available As mulheres muçulmanas enfrentam, simultaneamente, três desafios. Em primeiro lugar, elas representam uma identidade islâmica que, com freqüência, está em conflito com regimes políticos modernos e com as elites dos Estados. Em segundo lugar, elas devem lutar contra os fundamentalistas islâmicos, cujas idéias, instituições e objetivos são por elas rejeitados com veemência. Por fim, e tão importante quanto os outros desafios, elas enfrentam no dia-a-dia a cultura patriarcal dominante nos lugares onde vivem. As questões relacionadas aos direitos das mulheres são agravadas pelas dificuldades que as mulheres muçulmanas encontram em uma cultura patriarcal na qual a mulher é geralmente caracterizada por estereótipos. Se, por um lado, a "solidariedade sem fronteiras" possibilitou a promoção de direitos das mulheres dentro e através das culturas, por outro, ela também se depara com questões sociais mais amplas e mais complexas. Embora essa solidariedade global sofra resistência em muitas partes do mundo muçulmano, o empowerment das mulheres é visto como o antídoto mais eficaz contra o extremismo no mundo muçulmano. Este trabalho pretende contextualizar a análise de gênero nos âmbitos cultural, econômico e político, de modo a lidar com três questões: (1 por que as mulheres muçulmanas se tornaram agentes de mudança, reforma e democratização no mundo globalizado? (2 qual o impacto da globalização sobre as mulheres muçulmanas e sobre a ascensão do feminismo islâmico? (3 de que maneira as mulheres muçulmanas podem respeitar a integridade de sua cultura, ao mesmo tempo que se mantêm receptivas a valores, idéias e instituições universais?Muslim women encounter three fronts simultaneously. First, they represent an Islamic identity that more often than not is in conflict with modern political regimes and state elites. Secondly, they must fight against Islamic fundamentalists, whose ideas, institutions, and goals

  15. Episiotomia: em foco a visão das mulheres Episotomía: focalizando la visión de las mujeres Episiotomy: focusing women's view

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaqueline Fátima Previatti

    2007-04-01

    Full Text Available Existem evidências científicas suficientes para a recomendação da abolição da episiotomia utilizada de forma liberal. Com objetivo de identificar a visão de um grupo de puérperas, em relação à episiotomia, realizou-se um estudo de abordagem qualitativa, com participação de 20 mulheres, no período pós-parto. Utilizou-se para coleta de dados um instrumento semi-estruturado, aplicado nos meses de abril a junho de 2004. Os resultados foram analisados com base na análise temática. Verificou-se o desconhecimento das mulheres em relação à episiotomia e sobre seu próprio corpo; ainda que, não receberam informações em nenhum momento de que esta é uma intervenção seletiva, indicando a necessidade de ampliação do conhecimento e do resgate da autonomia da mulher no processo de parto e nascimento.Existen evidencias científicas suficientes para la recomendación de la abolición del episiotomía utilizada de modo liberal. Con objetivo de identificar la visión de un grupo de puérperas en relación al episiotomía se realizó un estudio de abordaje cualitativa , con participación de 20 mujeres, en el período después - parto . Se utilizó para recogida de datos un instrumento mitad estructurado aplicado en los meses de abril hasta junio de 2004. Los resultados habían sido analizados con base del análisis temático. Se verificó el desconocimiento de las mujeres en relación al episiotomía y en su propio cuerpo: aún que , no habían recibido informaciones , en ningún momento de que esta es una intervención selectiva , indicando la necesidad de ampliación del conocimiento y del rescate de la autonomía de la mujer en el proceso de parto y nacimiento.Enough scientific evidences exist for the recommendation of the abolition of the used episiotomia in a liberal way. With objective of identifying the vision of a group of post-partum women in relation to the episiotomy it was done a study of qualitative approach, with the

  16. Opinião das mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos Women's opinions on circumstances under which hospitals should perform abortions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Duarte Osis

    1994-09-01

    Full Text Available Pouco se sabe a respeito da opinião que as mulheres brasileiras têm acerca do aborto provocado. Em um estudo realizado na região de Campinas, se quis conhecer, entre outras coisas, o que pensavam as mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos. Foram entrevistadas 1838 mulheres em idade fértil e que tinham engravidado pelo menos uma vez. Para saber se existiam algumas características das mulheres associadas à sua opinião, foi feita uma análise univariada, seguida por uma multivariada por regressão logística. As mulheres solteiras e as que haviam tido pelo menos um aborto provocado foram as que tiveram opinião mais favorável à realização de abortos pelos hospitais em todas as circunstâncias perguntadas. As circunstâncias de estupro, risco de vida para a mulher e malformação fetal foram as que tiveram maior acordo. A proporção de mulheres que se manifestaram favoráveis foi menor no caso de aborto por razões que trazem conseqüências à mulher mas não podem ser observadas direta e objetivamente por outras pessoas.Little is known about the opinion of Brazilian women on induced abortion. One objective of a study carried out in the region of Campinas, São Paulo State, was to learn whether women agreed as to specific circumstances under which hospitals should provide abortions. A total of 1838 women of childbearing age and who had been pregnant at least once were interviewed. Single women and those who had had at least one induced abortion were the ones who most agreed with hospitals performing abortions under the circumstances presented. The circumstances most accepted were rape, the woman's life being at risk, and fetal malformation. A smaller percentage of women were in favor of abortion when the reasons affected the woman but could not be observed in a direct and objective way by others.

  17. Representações sociais e decisões das gestantes sobre a parturição: protagonismo das mulheres Pregnant women's social representations and decisions about delivery: women's protagonism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel da Rocha Pereira

    2011-09-01

    Full Text Available O objetivo central deste estudo foi compreender, a partir das representações sociais femininas, o protagonismo da mulher na decisão sobre a parturição. Por meio de pesquisa qualitativa com abordagem fenomenológica, foram entrevistadas 45 gestantes, no último trimestre da gravidez, que realizavam pré-natal nos sistemas público e privado de saúde de Joinville, Santa Catarina. A análise de conteúdo dos relatos possibilitou emergirem três categorias empíricas: medos e preocupações; vivências e influência sociocultural. Com esse substrato teórico-metodológico, analisou-se a representação social da mulher no processo da parturição, que é simbolizado por conflitos de sentimentos, dúvidas e apreensões originadas principalmente pelo medo do sofrimento imposto pela dor. Tal concepção é apoiada pelo modelo biomédico e pela mídia. A parturição no Brasil, como que "terceirizada", é culturalmente entendida como uma etapa complexa que requer conhecimentos especializados, que legitima o saber técnico-científico em detrimento do fisiológico, reforçando assim a assimetria do poder de decisão entre médico e gestante. Além disso, o desconhecimento das mulheres grávidas sobre o significado, o impacto e os benefícios da etapa da parturição para o recém-nascido deixa-as inseguras e sem o devido senso crítico sobre o conteúdo de outras fontes de informações, como telenovelas, histórias de outras mulheres construídas pelo meio social e a própria experiência em partos anteriores. Isso gera um comportamento de dúvidas e apreensões. Fragilizada, submete-se a uma cesárea programada para evitar a dor física e emocional provocada pelos medos. A reversão desse quadro perpassa por uma revisão na formação do médico e pelas ações de empoderamento da mulher.The main objective of this study was to understand, based on female social representations, women's protagonism concerning the decision about child delivery

  18. Peronist Women party: history, characteristic and consequences (Argentina 1947-1955 O Partido das Mulheres Peronistas: história, característica e conseqüências (Argentina 1947-1955

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Zabaleta

    2010-05-01

    Full Text Available The aim of this article is to help women to reverse the state of social neglict in which most of them remain in Argentina, and in the other American countries – resulting from a common history of class oppression, gender, subordination and sex exploitation. The detailed study of the Peronist party and its modus operandi concerning its women members will enable us to delineate conclusions on the advantages and the limitations of the women politization process adapted by Peronism, thus facilitating fruitful comparisons comparisons in future research projects.O principal objetivo deste artigo é o de tentar ajudar as mulheres na reversão do estado de negligência social no qual a maioria delas se encontra na Argentina e no restante das Américas - resultado de uma história comum de opressão de classe, de subordinação de gênero e de exploração de sexo. Ao fazermos um estudo detalhado do Partido Peronista e do modo no qual ele operou em relação às suas filiadas mulheres, seremos capazes de delinear conclusões sobre as vantagens e limitações do processo de politização das mulheres do tipo assumido pelo Peronismo, facilitando frutíferas comparações em futuros projetos de pesquisa.

  19. Transversalização da perspectiva de gênero ou instrumentalização das mulheres? Gender mainstreaming or instrumentalization of women?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marie France Labrecque

    2010-12-01

    Full Text Available Este artigo é baseado numa pesquisa desenvolvida no sul do México¹ na qual tratou-se de observar de que maneira uma recomendação formulada no plano internacional, como a transversalização do gênero, transforma-se em contextos nacional e local. Foi, de fato, a perspectiva de transversalização do gênero que norteou de maneira evidente a instauração do programa mexicano de igualdade de gênero e, por consequente, a criação dos institutos de igualdade de gênero. Sabe-se que esta abordagem vem se impondo desde a Declaração e o conjunto de ações da Conferência de Beijing, em 1995, quando foi declarado que, a partir de então, seria preciso levar em conta as consequências de toda decisão no âmbito do desenvolvimento dos homens e das mulheres respectivamente.This question is discussed on the basis of first hand data collected in Mexico between 2004 and 2007. The research aimed at examining how gender equity policies elaborated at the international level using an approach known as "gender mainstreaming" are transformed within national and local contexts. In a first step, the context of the emergence of the gender mainstreaming approach is reconstituted, and in a second step we try to clarify how and under what circumstances, in a country like Mexico, women can be instrumentalized within this approach, as for example, when gender mainstreaming is applied without any critical vision as it is so under neoliberalism. The main example rests on the case of microcredit for maya women in the state of Yucatan.

  20. Incidência das complicações músculo-esqueléticas nas mulheres sobreviventes de cancro da mama

    OpenAIRE

    Rangel, Jackeline Carvalho

    2014-01-01

    Mestrado em Fisioterapia As mulheres diagnosticadas com cancro da mama, obtiveram, nos últimos anos, um aumento significativo da esperança média de vida, contudo muitas destas mulheres vivem com as complicações crónicas resultantes do tratamento. O objetivo deste estudo é caracterizar as complicações músculo-esqueléticas (CME) nas sobreviventes do cancro da mama, e enfatizar a necessidade de desenvolver terapêuticas preventivas para estas complicações. Métodos – 94 mulheres voluntárias mas...

  1. Diferenças entre adolescentes do sexo feminino e masculino na vulnerabilidade individual ao HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Holanda Dutra dos Anjos

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi analisar comparativamente a vulnerabilidade ao HIV/AIDS de homens e mulheres adolescentes, baseada em seus conhecimentos, valores e práticas. Trata-se de um estudo exploratório-descritivo com abordagem quantitativa. Os estudantes responderam a um questionário do qual foram selecionadas questões relevantes para análise. Totalizaram 207 adolescentes, sendo 43,5% do sexo masculino e 56,5% do feminino. A maior parte dos adolescentes declara já ter tido sua primeira relação sexual até o momento do estudo. Observaram-se déficits de conhecimento sobre transmissão do HIV e práticas sexuais seguras. Embora haja conhecimento declarado das técnicas de uso do preservativo, isso não reflete em seu uso constante. Observaram-se valores ligados às representações de gênero, mas percebe-se uma evolução quanto à autonomia e poder de negociação das meninas sobre o uso do preservativo.

  2. Influência das diferentes fases do ciclo menstrual na flexibilidade de mulheres jovens Influence of different phases of menstrual cycle on flexibility of young women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luiz da Silva Teixeira

    2012-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O ciclo menstrual é o principal responsável por modificações da fisiologia feminina, que pode afetar algumas respostas morfofuncionais. OBJETIVO: Verificar a influência das diferentes fases do ciclo menstrual na flexibilidade de mulheres jovens. MÉTODO: 44 voluntárias divididas em um grupo controle (n = 24, que fazia uso regular de contraceptivos hormonais, e um grupo experimental (n = 20, que não utilizava anticoncepcionais, foram submetidas a três dias de avaliações, uma em cada fase do ciclo menstrual (folicular, ovulatória e lútea. Foram avaliados dados antropométricos (massa corporal, índice de massa corporal, circunferência de cintura e abdômen e de composição corporal (percentual de gordura e massa magra. A flexibilidade foi mensurada através do teste de sentar e alcançar no banco de Wells. Aplicou-se, então, o teste não paramétrico de Mann-Whitney para as comparações intergrupos e o teste de Friedman para a comparação entre as diferentes fases menstruais. Resultados: Não foram encontradas diferenças significativas intra e intergrupos entre as diferentes fases do ciclo (p > 0,05. Foi observada maior variabilidade no grupo controle em comparação ao experimental. CONCLUSÃO: As diferentes fases do ciclo menstrual não interferem na flexibilidade de mulheres jovens, independente do uso de anticoncepcionais hormonais.INTRODUCTION: The menstrual cycle is the main responsible for changes in female physiology, which may affect some morphofunctional responses. OBJECTIVE: to investigate the influence of the different phases of the menstrual cycle on the physical flexibility of young women. METHODS: 44 volunteers were divided into a control group (n = 24, which made regular use of hormonal contraceptives, and an experimental group (n = 20, which did not use contraceptives. All volunteers underwent three days of evaluations, one for each phase of menstrual cycle (follicular, ovulatory and luteal

  3. Feminismo em movimento: temas e processos organizativos da Marcha Mundial das Mulheres no Fórum Social Mundial Feminism in motion: issues and organising processes of the World March of Women in the World Social Forum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Nobre

    2003-12-01

    Full Text Available O texto apresenta uma comparação entre o surgimento e desenvolvimento do processo Fórum Social Mundial e a Marcha Mundial das Mulheres no Brasil. O Fórum teve uma enorme contribuição para historicizar a globalização capitalista e mudar os termos do debate, e o movimento de mulheres tem sua trajetória imersa neste contexto, assim como o feminismo tem um grande potencial para desnaturalizar o discurso sobre a globalização e a economia neoliberal. O texto também mostra as relações construídas entre os movimentos sociais e suas agendas em comum que vêm se expressando no conjunto das ações do movimento antiglobalização.The text presents a comparisson among the raising and development of the World Social Forum and of the World March of Women in Brazil. The Forum has had an enormous contribution to historicize the capitalist globalization and to change the terms of the debate, and the women's movement has its trajectory embeded in this context, as well as the great potential that feminism has to denaturalize the mainstream vision on globalization and neoliberal economy. The text also presents the relation built among the movements and their common agendas that has being expressed in the framework of the anti-globalization movement actions.

  4. A representação política das mulheres nos Conselhos Gestores de Políticas Públicas The political representation of women in public policy management councils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia Helena Hahn Lüchmann

    2010-06-01

    Full Text Available Este trabalho levanta algumas hipóteses para explicar a significativa presença das mulheres nos Conselhos Gestores de Políticas Públicas, espaços de discussão e deliberação de políticas que foram implementados no Brasil nas últimas décadas. Os dados sobre o perfil dos representantes nestes espaços apontam para um quadro inversamente proporcional, em termos numéricos, ao baixo grau de inclusão política das mulheres nos espaços tradicionais de representação política - Executivos, Câmara de Vereadores e Assembleias Legislativas. Eles desafiam, portanto, o desenvolvimento de novas ferramentas analíticas para o entendimento do fenômeno da representação política, na mesma medida em que problematizam um diagnóstico que, centrado em uma perspectiva redutora da ação e do campo político, conclui pela manutenção de uma baixa taxa de inclusão política das mulheres.This work raises some hypotheses to explain the significant presence of women on public policy management councils, which are spaces for discussion and deliberation of policies that have been implemented in Brazil in recent decades. The data about the profile of representatives on these spaces indicates a situation inversely proportional to the low degree of political inclusion of women in traditional spaces of political representation - executive positions, city councils, and state legislatures. There is thus a need to develop new analytical tools to understand the phenomenon of political representation. The data also question a reductive perspective of action and politics, which concludes that there is a low degree of political inclusion of women.

  5. O impacto da osteoporose no Brasil: dados regionais das fraturas em homens e mulheres adultos - The Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS) The burden of osteoporosis in Brazil: regional data from fractures in adult men and women - The Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS)

    OpenAIRE

    Pinheiro, Marcelo M; Rozana M Ciconelli; Natielen de O Jacques; GENARO, Patrícia S; Martini, Lígia A; Marcos B Ferraz

    2010-01-01

    INTRODUÇÃO/OBJETIVOS: O BRAZOS (The Brazilian Osteoporosis Study) é um estudo epidemiológico, de base populacional, realizado em amostra representativa de mulheres e homens brasileiros, de idade superior a 40 anos, com o objetivo de identificar os principais fatores clínicos de risco associados com fratura por baixo impacto. Nesse artigo são apresentados os principais resultados do estudo, de acordo com cada região do país. PACIENTES E MÉTODOS: Um total de 2.420 indivíduos, provenientes das c...

  6. Women and child abandonment in Curitiba: from the images of progress to the construction of collective representations Mulheres e abandono de menores em Curitiba: das imagens do progresso à construção coletiva de representações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Judite Maria Barboza Trindade

    2010-05-01

    Full Text Available This article discusses issues of child abandonment especially those referring to the women that in the modernization turmoil of the city of Curitiba were forced to abandon their children. These women gave up their legal authority over their minor children handing them over to be protected by the state and governmental organizations while the mothers tried to join the workforce. Women’s plight and child abandonment are confronted with the images of progress in the city of Curitiba at the closing of the nineteenth century and the beginning of the twentieth century.Este artigo aborda questões correlatas ao abandono de menores, entre as quais, aquelas referentes às mulheres que, no momento da modernização da cidade de Curitiba, se obrigam a abandonar seus filhos menores. Essas mulheres abrem mão do pátrio poder sobre suas crianças, para que assim sejam protegidas pelo Estado e suas instituições, enquanto elas, as mães, buscam a inserção no mercado de trabalho. Confrontamos a situação das mulheres e o abandono de menores com as imagens do progresso na cidade de Curitiba na virada para o século XX.

  7. A construção da cidadania através da identidade socioprofissional das mulheres rurais que participam em programas de microfinanciamento

    OpenAIRE

    Esteban Martínez Dajui

    2006-01-01

    A tese analisa o processo de construção de cidadania através da (re)definição da identidade socioprofissional de mulheres rurais. Trata-se de mulheres envolvidas em atividades agropecuárias, agroindustriais e artesanais, que participam em dois programas de microfinanciamento – o Proyecto de Desarrollo Rural Integral Autosostenible (PDRIA), no México, e o Sistema de Cooperativa de Crédito com Integração Solidária (CRESOL), no Brasil – para o acesso aos instrumentos produtivos (crédito, capacit...

  8. A construção da cidadania através da identidade socioprofissional das mulheres rurais que participam em programas de microfinanciamento

    OpenAIRE

    Esteban Martínez Dajui

    2006-01-01

    A tese analisa o processo de construção de cidadania através da (re)definição da identidade socioprofissional de mulheres rurais. Trata-se de mulheres envolvidas em atividades agropecuárias, agroindustriais e artesanais, que participam em dois programas de microfinanciamento – o Proyecto de Desarrollo Rural Integral Autosostenible (PDRIA), no México, e o Sistema de Cooperativa de Crédito com Integração Solidária (CRESOL), no Brasil – para o acesso aos instrumentos produtivos (crédito, capacit...

  9. "Remar o próprio barco": a centralidade do trabalho no mundo das mulheres "sós" "Rowing one's own boat": the centrality of work in the world of single women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Gonçalves

    2010-06-01

    Full Text Available Várias das noções atribuídas às mulheres "solteiras" presentes na teoria social e no senso comum remetem a algumas idéias proclamadas pelo feminismo. Educação, trabalho qualificado e remunerado são considerados a via privilegiada para a conquista da "autonomia" que, ampliada, possibilitaria a um conjunto de mulheres, sobretudo das camadas médias urbanas, maiores chances de realizar escolhas, decidir por si mesmas e até mesmo romper com os estereótipos clássicos da "solteirona". Compreender como se entrelaçam as noções associadas à idéia de "mulher independente" e seus paradoxos requer revisitar algumas idéias que marcaram a emergência e a consolidação do feminismo como um movimento político da "modernidade" em sua expansão a partir dos anos 1960. Neste artigo, examino os nexos entre educação e profissionalização e o não casamento na contemporaneidade, a partir da análise de algumas narrativas de mulheres "solteiras" de camadas médias urbanas, sem filhos e que moram sozinhas.Several notions attributed to single women in social theory and in the common sense refer to some ideas proclaimed by feminism. Education and qualified, paid work are considered the privileged path to conquering autonomy. When broadened, this autonomy would allow a set of women, mostly those from the urban middle classes, greater opportunities to make choices, to make decisions by themselves and even to break with the old stereotypes of "spinsters". To understand how notions associated with the "independent woman" and their paradoxes are intertwined requires a review of some ideas that marked the emergence and the consolidation of feminism as a political movement of "modernity" in its expansion from the 1960s on. In this article, I examine the connection between education and professionalization and non-marriage in the present day, taking into account narratives of middle class, childless single women living alone.

  10. Pesquisa em contracepção: opinião de pesquisadores, sujeitos e defensoras dos direitos das mulheres Research on contraception: opinion of researchers, subjects and advocates of women rights

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ellen Hardy

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer a opinião de pesquisadores, de mulheres - sujeitos de pesquisa, e de defensoras dos direitos das mulheres sobre o significado de "pesquisa" e "cobaia". MÉTODOS: Pesquisadores (11, mulheres (18 e defensoras (10 foram entrevistados. O estudo foi qualitativo e a análise dos dados foi temática. RESULTADOS: Os participantes tiveram dificuldade em explicar o que é pesquisa; alguns não conseguiram. Para pesquisadores e maioria das mulheres, sujeitos de pesquisa não são cobaias, porque têm liberdade de escolha. Para a maioria das defensoras, sujeitos são cobaias, ainda que consintam em participar de um estudo. CONCLUSÕES: Foi surpreendente a dificuldade dos pesquisadores em explicar o que é pesquisa. As diferentes opiniões sobre o termo "cobaia" refletem a controvérsia sobre seu significado em pesquisa. Seguramente o termo "cobaia" não se aplica à maior parte dos estudos realizados hoje no Brasil, mas os diferentes significados identificados servem para alertar os pesquisadores a prestar atenção aos aspectos éticos de seus estudos.OBJECTIVE: To survey the opinion of researchers, women - subjects of research- and of advocates of women's rights about the meaning of "research" and "guinea pigs". Methods: Researchers (11, women (18 and advocates (10 were interviewed. The study was qualitative and a thematic analysis was carried out. RESULTS: Participants experienced difficulty to explain what research meant and some were unable to do so. For the researchers and most of the women, subjects are not guinea pigs, because they have freedom of choice. Most of the advocates, however, said that subjects are guinea pigs, even when they consent to participate in a study. CONCLUSIONS: The difficulty experienced by researchers when explaining the meaning of research was surprising. The different opinions about "guinea pig" reflect the controversy about its meaning in research. Certainly the expression "guinea pig" does not apply to

  11. A ciência da vulnerabilidade: modelos, métodos e indicadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Susan L. Cutter

    2012-10-01

    Full Text Available A ciência da vulnerabilidade consiste na integração multidisciplinar das ciências sociais, das ciências naturais e da engenharia na compreensão das circunstâncias que colocam as populações e os locais em risco devido aos perigos, e dos factores que aumentam ou reduzem a capacidade de resposta e de recuperação das populações, dos sistemas físicos ou das infraestruturas em relação a ameaças ambientais. A integração das diversas perspectivas requer análises baseadas nos locais com recurso a ferramentas e tecnologias geoespaciais. Este artigo descreve os instrumentos e os métodos para medir e cartografar a exposição ao risco (chamada vulnerabilidade física, a medição e a cartografia da propensão das populações para os riscos (designada vulnerabilidade social e a intersecção dos dois para criar as análises baseadas nos locais. A intersecção da vulnerabilidade física e da vulnerabilidade social cria a paisagem dos riscos (hazardscape que, por sua vez, ajuda os investigadores a compreender os impactos diferenciados dos riscos e dos desastres nos locais e nos respectivos habitantes.

  12. Quem são as mulheres e porque vão procurar o serviço de assistência pré-natal das unidades de saúde de Ribeirão Preto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria das Dores do Vale Oba

    1999-12-01

    Full Text Available Este estudo foi realizado em duas Unidades Básicas Distritais de Saúde de Ribeirão Preto-S.P., localizadas na região central e oeste do município e que realizam atendimento às gestantes. Objetivo do trabalho foi conhecer e identificar os motivos e o perfil das mulheres que utilizam estes serviços. Utiliza-se a abordagem qualitativa. Observa-se que os motivos da procura ao atendimento pré-natal foram: proximidade da Unidade de Saúde às residências, necessidade de acompanhamento médico, oportunidade de utilizar as tecnologias disponíveis (ultra-sonografia, exames de análise clínicas, odontologia, medicamentos e etc. e a preocupação em ter um encaminhamento médico ao hospital para realizar o parto. O perfil das mulheres que utilizam estas Unidades Básicas Distritais de Saúde foram de: baixa escolaridade e renda familiar e sem nenhum tipo de convênio médico e, portanto, elas dependem única e exclusivamente do Sistema Único de Saúde, para o acompanhamento no pré-natal, resolução do parto e seguimento no puerpério.

  13. Perspectivas sociais e dominação simbólica: a presença política das mulheres entre Iris Marion Young e Pierre Bourdieu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Felipe Miguel

    2010-06-01

    Full Text Available O artigo trata da participação política das mulheres e de sua presença no poder político. Nessa temática, discute a tensão entre o potencial emancipacionista prometido pela incorporação de múltiplas perspectivas ao debate político e a ação reprodutora do campo. Partindo das causas que, a nosso ver, são responsáveis pela relativa ausência de mulheres dos círculos decisórios e por seu "desinteresse" pela política, discutimos as perspectivas orientadas, de uma forma ou de outra, para a solução (melhoramento dessa situação. O artigo organiza-se em três seções. Na primeira, defende-se a posição de que a via mais promissora para justificar a necessidade de presença das mulheres passa pelo entendimento de que os espaços de deliberação devem abrigar uma pluralidade de perspectivas sociais relevantes - um conceito associado, sobretudo, à obra da teórica estadunidense Iris Marion Young. Na segunda, discute-se alguns problemas desse conceito, em especial, certa ingenuidade que marca um ideal dele derivado: a geração de um espaço plural de discussão e de tomada de decisão em função da adoção de cotas eleitorais. Utiliza-se o conceito de "campo", extraído da obra de Pierre Bourdieu, para depurar as idéias de Young dessa ingenuidade. Na terceira seção, introduz-se um elemento adicional: a distinção, apresentada por Nancy Fraser, entre "políticas afirmativas" e "políticas transformadoras". Conclui-se, de forma preliminar, com um balanço dos limites e das potencialidades de uma política baseada na defesa da ampliação da presença de "perspectivas sociais".

  14. Mulher e poder

    OpenAIRE

    Kanan,Lilia Aparecida

    2000-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Estudo sobre as práticas de liderança e as bases de influência adotadas pelas executivas nos altos escalões das organizações de grande porte da indústria têxtil de Santa Catarina. Analisa o uso do poder pela mulher; forma adotada para manter o poder; para manifestar o poder; para manter o status de poder; para administrar conflitos e a postura esperada dos subordinados, relacionados às bases de influên...

  15. Resultados das técnicas de reprodução assistida em mulheres doadoras de oócitos no ciclo de tratamento

    OpenAIRE

    Cavalcante,Edvaldo; Juliano,Yara; Pereira,Dirceu Mendes; Catafesta,Edir; Shimabukuro,Litsuko; Cury,Maria Cristina Faria da Silva; Cavagna, Mario

    2005-01-01

    OBJETIVO: comparar os resultados de ciclos de reprodução assistida em mulheres doadoras de oócitos no ciclo de tratamento com o de mulheres não doadoras. MÉTODOS: foram avaliadas, retrospectivamente, as taxas de gravidez, implantação e abortamento de 50 pacientes que doaram oócitos durante o ciclo de reprodução assistida (grupo de doadoras) e de 50 pacientes que não doaram oócitos (grupo de não-doadoras), em clínica privada de reprodução assistida em São Paulo, entre os anos de 2001 e 2003. O...

  16. Avaliação das condições de saúde das mulheres em uma unidade de atendimento primário no Rio Grande do Sul Women's health evaluation by a family health program in a municipal health center in Rio Grande do Sul State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juvenal Soares Dias da Costa

    1999-01-01

    Full Text Available Objetivos: realizar um censo sobre as condições de saúde das mulheres com idade entre 20 e 49 anos residentes na Vila Santos Dumont, Pelotas, RS. Métodos: utilizaram-se questionários padronizados para obtenção de informações sobre idade, escolaridade, vida conjugal e utilização de serviços de saúde (pré-natal, prevenção do câncer ginecológico e métodos contraceptivos. Resultados: entre as 411 mulheres entrevistadas, 343 (83,5% haviam consultado médico no último ano. No momento do estudo, 18 (4,4% mulheres estavam grávidas. Verificou-se que 80% das mulheres tinham exame citopatológico realizado nos últimos 3 anos e que 47,4% das mulheres tiveram suas mamas examinadas no último ano. Entre as 279 usuárias de métodos contraceptivos, 62,4% utilizavam anticoncepcionais orais, 14,0% ligadura tubária e 7,9% usavam DIU. Conclusões: este estudo incorporou o método epidemiológico ao serviço para que a partir do aprimoramento de processos, cuja efetividade até o momento é incontroversa na literatura médica, se possa produzir melhores resultados nas condições de saúde da população.Purpose: This epidemiological census on health conditions of women ranging from 20 to 49 years of age was carried out at Vila Santos Dumont, Pelotas, RS, in order to quantify actions to reorganize the service developed at the local health center. Methods: Information was collected regarding age, level of education, if living with a partner, health service utilization, antenatal care characteristics, cervical cancer screening, physical breast examination and contraceptive methods used. Results: Among the 411 women, 343 (83.5% had a medical visit during the last year. There were 18 (4.4% pregnant women. Eighty percent of the women had a cervical smear in the past three years. We found that 47.4% of the women had their breast examined in the last year. Among the 279 women currently using some contraceptive method, 62.4% used the pill, 14.0% had

  17. Vivências da vida conjugal: posicionamento das mulheres Vivencias de violencia conyugal: toma de posición por parte de las mujeres Marital life experiences: women's positioning

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Maria Ramos Medeiros Souto

    2009-10-01

    Full Text Available Estudo de abordagem qualitativa, realizado com onze mulheres em situação de violência conjugal. Os dados empíricos foram produzidos mediante oficinas, buscando-se a compreensão das vivências de violência nos discursos das mulheres. Para a composição das categorias analíticas utilizamos a técnica de análise temática de conteúdo. Procedemos a análise foi feita com base nos constructos da categoria gênero presentes ao cotidiano dessas mulheres. Os resultados mostraram que a violência conjugal representa para as mulheres o medo e o aprisionamento e que, na conjugalidade, a mulher está mais susceptível às relações desiguais de poder, com domínio masculino e legitimação da violência. Nas suas falas ficaram evidentes comportamentos e atributos que sustentam a condição feminina de sujeição ao marido e à violência.Se trata de un estudio de carácter cualitativo, realizado con once mujeres en situación de violencia conyugal. Los datos empíricos fueron obtenidos en talleres. Se buscó la comprensión de la vivencia de la violencia a través de los discursos d las mujeres. Para formar las categorías analíticas utilizamos la técnica de análisis temático de contenido. El análisis se fundamentó en los constructos de la categoría género presentes en la vida cotidiana de esas mujeres. Los resultados mostraron que la violencia conyugal representa para las mujeres: miedo y aprisionamiento, y que en la conyugalidad, la mujer está más susceptible a relaciones desiguales de poder, con dominio masculino y legitimación de la violencia. En las hablas de las mujeres, se evidenciaron comportamientos y atributos que sustentan la condición femenina de sujeción al cónyugue y a la violencia.A study of qualitative approach, carried out with eleven women in a marital violence situation. Empirical data were produced from workshops, focusing on the understanding of violence experience through the women´s speech. In order to

  18. A criminalização do tráfico de mulheres: proteção das mulheres ou reforço da violência de gênero? The criminalization of trafficking in women: protection of women or reinforcement of gender violence?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ela Wiecko V. de Castilho

    2008-12-01

    Full Text Available O conteúdo de 23 decisões judiciais proferidas no período de 2004 a 2008, em casos de tráfico de mulheres para a prostituição (art. 231 do Código Penal é analisado no contexto teórico da Criminologia Crítica feminista com o objetivo de verificar se os juízes avaliam o fato na perspectiva de gênero, de maneira a não reforçar a discriminação e a violência contra as mulheres. A análise revela posições ambíguas entre o respeito à liberdade sexual/dignidade humana e a proteção da moralidade pública, bem como a sobrevitimização das mulheres, o que torna duvidosa a eficácia da aplicação da lei penal na prevenção do tráfico.The content of 23 judicial decisions reached between 2004 and 2008, in cases of trafficking women for prostitution (article 231 of the Penal Code is analysed in the theoretical context of the Feminist Critical Criminology to verify if the judges evaluate the facts in the gender perspective, so that the discrimination and violence against women is not reinforced. The analysis reveals ambiguous positions between respect for sexual freedom/ human dignity and the protection of public morality, as well the overvictimization of women, which calls into question the effectiveness of the penal law enforcement in the prevention of trafficking.

  19. A Câmara Municipal do Recife e o controle sobre as práticas cotidianas das mulheres livres, libertas e escravas na primeira metade do século XIX (1830-1850

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Grasiela Florencio de Morais

    2011-06-01

    Full Text Available Este trabalho versará sobre as relações, em nada amigáveis, travadas entre os fiscais da Câmara Municipal do Recife e as mulheres populares (livres, forras e cativas durante a primeira metade do século XIX (1830-1850. Centraremo-nos nas estratégias elaboradas pelas autoridades municipais frente ao controle do comércio urbano (comércio a retalho praticado, sobretudo, por esta parcela feminina pelas ruas, praças e pontes da capital. Nesse cenário, ao oferecerem os seus serviços (como, vendeiras, aguadeiras, meretrizes, lavadeiras, cozinheiras etc pelos logradouros públicos a fim de garantirem o seu pão diário e o de seus familiares, estas mulheres se confrontavam com as autoridades citadinas que, por sua vez, enfretavam muitas dificuldades para fazer cumprir as exigências das posturas municipais, ao tentar “vigiar” e “educar” os seus peculiares modos de viver e de agir na cidade.

  20. Conhecimento, prática e atitude sobre o autoexame das mamas de mulheres de uma cidade do Nordeste do Brasil Knowledge, practice and attitude about breast self-exam from women of a Northeastern municipality, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Maria Oliveira Brito

    2010-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o conhecimento, a atitude e a prática do autoexame das mamas (AEM em mulheres do município de São Luís (MA e os fatores sociodemográficos relacionados. MÉTODOS: estudo transversal, prospectivo, com amostragem por conglomerados, no qual foram incluídas 552 mulheres de 14 setores censitários em São Luís, no período de Janeiro a Setembro de 2003. O conhecimento, a atitude e a prática (variáveis dependentes foram avaliados pela análise das respostas das mulheres em "adequado" ou "inadequado". As principais variáveis independentes foram: idade, escolaridade, renda familiar, situação conjugal e status menopausal. Foi realizado o teste do χ2 para a associação entre variáveis categóricas e a mensuração do Odds Ratio (OR bruto e ajustado após análise multivariada por regressão logística. RESULTADOS: embora 1/3 da população estudada não tivesse conhecimento do AEM, o grupo de mulheres que eram informadas sobre a existência do exame possuía conhecimento (60,9%, prática (59,5% e atitude (90% adequados. O histórico familiar para câncer de mama (8,9% não esteve associado a maior conhecimento e prática. A mídia mostrou-se de grande importância (63,6% na disseminação da informação do AEM. Após análise multivariada, a mulher com parceiro (OR=1,9 apresentou maior adequação do conhecimento; o grupo de mulheres com idade maior que 50 anos (OR=11,7 teve melhor atitude quanto ao AEM; a escolaridade maior que cinco anos (OR=2 e mulher com parceiro (OR=1,7 estiveram associadas à prática mais correta do AEM. CONCLUSÃO: a maioria das pacientes conhece e pratica o AEM em São Luís e a atitude delas frente ao procedimento é extremamente positiva. Houve uma grande participação da mídia na propagação da informação sobre o AEM.PURPOSE: to assess the knowledge, attitude and practice of breast self-examination (BSE of women from the municipality of São Luís (MA, Brazil, and associated socio

  1. Exame para detecção precoce do câncer cérvico-uterino: vivência de mulheres das cidades de Kobe e Kawasaki, Japão e São Paulo, Brasil Cervical cancer screening: experience of women from Kobe and Kawasaki cities, Japan and São Paulo city, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Yuka Sato Chubaci

    2005-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: estudar a vivência de mulheres japonesas e mulheres brasileiras descendentes de japoneses, quanto a exame precoce do câncer cérvico-uterino. MÉTODOS: estudo quantitativo, de caráter exploratório, das características das mulheres quanto ao exame Papanicolaou. Participaram do estudo 149 mulheres: 79 japonesas e 70 brasileiras descendentes de japoneses. RESULTADOS: a grande maioria das mulheres (82,6% realizou o exame Papanicolaou, e as brasileiras submeteram-se mais a esse tipo de exame que as japonesas. A maioria das brasileiras (64,6% foi incentivada a fazer o exame pelo seu ginecologista, enquanto 26,2% das japonesas foram motivadas por campanhas de prevenção; maior proporção de japonesas (53,6% teve dificuldade para realizar o exame que as brasileiras (10,8%, sendo a "vergonha" a principal dificuldade relatada pelas japonesas. 48,6% das brasileiras e 31,5% das japonesas atribuíram suas razões para realizar o exame à importância de evitar doenças ginecológicas. CONCLUSÕES: as razões apresentadas pelas mulheres deste estudo para não realizarem o exame de Papanicolaou sugerem aspectos importantes a serem reconsiderados pelos profissionais de saúde que atuam na área da saúde da mulher.OBJECTIVES: this work aimed at studying the experience of Japanese women and Brazilian women from Japanese descent submited theirselves to cervical cancer screening. METHODS: an exploratory quantitative study, was performed intending to know women's characteristics typical of their nationality and their attitude towards the Papanicolaou smear. The number of participants was 149 women, 79 Japanese and 70 Brazilian. RESULTS: the main results showed that the large majority of women (82.6% submitted themselves to the cervical cancer screening. The Brazilian women (92.9% showed a higher participation percentage than the Japanese (73.4% women. The majority of Brazilian women (64.6% were encouraged by their gynecologist to run the

  2. O processo de viver e ser saudável das mulheres no climatério El proceso de vivir y ser saludable de las mujeres y el climaterio The living process and being healthy for women and climacteric

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Mota Zampieri

    2009-06-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo compreender como se dá o processo de viver de mulheres no climatério. Foi desenvolvido com base na abordagem qualitativa, utilizando multimétodos participativos, com nove mulheres do Núcleo da Terceira Idade (NETI da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC. Os dados foram coletados por entrevistas e reuniões de grupos e analisados por meio da análise de conteúdo. Da análise dos dados, emergiram as unidades de significado, que deram origem às seguintes categorias: afirmando-se como mulher; experienciando o climatério e o envelhecimento; interagindo no cotidiano e mantendo as singularidades; abrindo caminhos para a vivência da cidadania. Com base no resultado do estudo, o viver das mulheres no período do climatério mostrou-se como um processo complexo, dinâmico, paradoxal, em que o envelhecimento e a possibilidade de adoecer se colocam como desafios maiores e os avanços nas perspectivas pessoais, culturais e sociais, como conquistas especiais.The aim of this study was to comprehend the living process of women in the period of climacteric. It was developed based on qualitative approach, using multi-participatory methods, with nine women of the Third Age Center (NETI, of the Federal University of Santa Catarina, Brazil (UFSC. Data was collected through interviews and meetings of groups and analyzed by analysis of the content. From the data analysis, emerged the units of meaning, which led the following categories: affirming one's self as a woman; experiencing the climacteric and ageing; interacting in the day-to-day and maintaining singularities; and opening paths to the experience of citizenship. Based on the result of the study, the living of women in the climacteric period is a complex, dynamic and paradoxical process, in which the aging and the possibility of becoming ill arise as greater challenges, and advances in the personal, cultural and social perspectives as special achievements.

  3. Da mulher na Bíblia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacó Guinsburg

    2013-03-01

    Full Text Available Este artigo discute a figura e a representação da mulher na Bíblia. Elas são multidão no relato bíblico. Desde Eva, a cada página surge um vulto de mulher. Virtuoso ou pecador, desalmado ou abnegado, terno ou tirânico, ele suscita, hoje como outrora, a impressão viva de um temperamento, de um gesto, de um sentimento. O jogo sutil da psicologia e das motivações femininas, das suas relações com o mundo masculino, continua palpitando nas heroínas das Escrituras.

  4. Monopólio masculino do xamanismo amazônico: o contra-exemplo das mulheres xamã shipibo-conibo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anne-Marie Colpron

    2005-04-01

    Full Text Available A literatura etnológica sobre os Shipibo-Conibo da Amazônia ocidental atribui o papel prestigioso de xamã apenas aos homens. A pesquisa etnográfica nessa sociedade permitiu descobrir, porém, uma dúzia de mulheres xamãs que exercem atividades comparáveis a de seus confrades. Essas mulheres intervêm em domínios correntemente considerados masculinos na área amazônica: o controle da sexualidade, a caça e o xamanismo ofensivo/defensivo. Apresentando brevemente seus poderes xamânicos, este artigo procura nuançar as categorias sexuais típicas, próprias do estudo do xamanismo amazônico, visando demonstrar como as relações de gênero não são aqui necessariamente concebidas de maneira dicotômica e como a idéia de um xamanismo por essência masculino ocultou a existência de mulheres xamãs entre os Shipibo-Conibo.The ethnographic literature on the Shipibo-Conibo of Western Amazonia attributes the prestigious role of shaman to men only. However, my recent ethnographic research into this society has revealed at least a dozen female shamans who perform activities comparable to those of their male colleagues. These women intervene in what are typically considered to be male domains in Amazonia: the control of sexuality, hunting and offensive/defensive shamanism. Starting with a brief overview of their shamanic powers, this article looks to develop a more nuanced analysis of the sexual categories typical to the study of Amazonian shamanism, demonstrating how gender relations are not necessarily conceived here in a dichotomous fashion and how the idea of an essentially male shamanism has obscured the existence of female shamans among the Shipibo-Conibo.

  5. A participação das mulheres com câncer de mama na escolha do tratamento: um direito a ser conquistado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Lucia Arantes

    Full Text Available Esta pesquisa pretendeu identificar como as mulheres com câncer de mama se percebem enquanto sujeitos no processo de tomada de decisão sobre seu tratamento. Os objetivos foram: identificar determinantes sociais e políticos presentes no processo de socialização dessas mulheres que contribuíram para a adoção de um estilo de participar, e compreender o significado da participação tal como foi percebido por elas no momento de decidirem sobre seu tratamento. A fundamentação teórico-metodológica foi inspirada no Interacionismo Simbólico. A amostra constou de nove mulheres com câncer de mama. A entrevista semi-estruturada conduziu à coleta de dados, assim como as anotações de campo e os dados do prontuário. Tomando-se a dialética hermenêutica como caminho do pensamento interpretativo dos dados, foi possível apreender duas grandes unidades temáticas: 'construção da identidade feminina' e 'estilo de participação na escolha do tratamento', as quais nos permitiram apreender o que, para elas, significou falar de limites e, portanto, de ética. Elas interpretaram que não participaram do processo de tomada de decisão por serem consideradas desqualificadas para decidirem sobre seus corpos e suas vidas - portanto, como sujeitos de obediência à decisão médica, que se fundamenta no princípio da beneficência, sendo que atendimento à saúde se estrutura por meio de relações sociais hierarquizadas cujas relações de poder se dão entre classes, gêneros e saberes.

  6. Pesquisa de estrógeno e progesterona no epitélio das pregas vocais de mulheres por imunohistoquímica Immunohistochemical searching for estrogen and progesterone receptors in women vocal fold epithelia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oswaldo Angel Bellido Rios

    2008-08-01

    Full Text Available A laringe é extremamente sensível a mudanças endocrinológicas. A maioria das alterações da mucosa das pregas vocais é causada por modificações do conteúdo líquido das pregas vocais e das suas modificações epiteliais. O estrógeno e a progesterona interferem e modificam esse conteúdo líquido das pregas vocais. O objetivo deste trabalho é verificar a presença de receptores de estrógeno e progesterona no epitélio das pregas vocais de mulheres. MATERIAL E MÉTODO: Estudo de casos prospectivos. Foram realizados exames de imunohistoquímica para receptores de estrógeno e progesterona em 19 espécimes de epitélio de pregas vocais que não apresentavam quaisquer indícios de afecção, inclusive inflamatória. Foram descartados casos de pacientes com idade superior a 40 anos e inferior a 15 anos. RESULTADOS: Foram encontrados receptores para progesterona em 18 de 19 pacientes. Os receptores de progesterona estão localizados tanto no núcleo quanto no citoplasma e principalmente na camada basal. Não houve nenhum caso de receptores de estrógeno nas pregas vocais. CONCLUSÃO: O epitélio das pregas vocais apresenta receptores para progesterona, tanto no citoplasma quanto no núcleo. Não foram encontrados receptores para estrógeno no epitélio das pregas vocais estudadas.Larynx is extremely sensitive to endocrinologic changes. Most vocal fold mucosa alterations are caused by changes in vocal fold liquid content and its epithelial changes. Estrogen and progesterone interfere and change this liquid content in the vocal folds. Our goal with the present paper is to study the presence of estrogen and progesterone receptors on vocal fold epithelium in 19 vocal fold epithelium specimens that did not present any indication of disease, especially inflammatory disease. We discarded those cases of patients above 40 years of age and those below 15. RESULTS: we found progesterone receptors in 18 of the 19 patients. The progesterone receptors

  7. Capital social, capital físico e a vulnerabilidade do sertanejo: o caso das comunidades de Lustal e Sítio Lagoa no município de Taua, Ceará Social capital, physical capital and vulnerability of rural workers: the case of the communities of Lustal and Sitio Lagoa in the county of Taua, Ceará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Daniel de Oliveira Mayorga

    2004-01-01

    Full Text Available O município de Tauá está localizado no Sertão do Inhamuns, no Estado do Ceará, uma das regiões mais atingidas pelos impactos das secas periódicas, com suas seqüelas sobre a produção e conseqüentemente sobre a qualidade de vida do sertanejo. Empiricamente observa-se que, durante as crises climáticas, as comunidades têm limitados mecanismos de defesa. Supõe-se que o capital social, como mecanismo aglutinador e facilitador de ações coordenadas, fortaleça as comunidades e diminua a vulnerabilidade. No presente estudo pretende-se verificar e analisar a importância do capital social e o capital físico na estratégia de convivência das comunidades de Lustal e Sítio Lagoa com as estiagens. Para alcançar esta finalidade, elaborou-se um questionário, contendo uma lista de variáveis, considerando capital social, e solicitou-se sua ponderação por especialistas na área. Desta lista selecionaram-se as dez variáveis com maior freqüência. A seguir, na sede do município de Tauá, solicitou-se a colaboração de técnicos e agentes rurais com reconhecida experiência das comunidades e solicitou-se a ponderação das variáveis, incluindo as variáveis mais representativas de capital físico. Com estas informações, criou-se um Índice na tentativa de mostrar a importância do capital social na redução da vulnerabilidade, assim como a importância relativa do capital social e do capital físico nas comunidades pesquisadas. O presente trabalho permitiu constatar a relevância do capital social e do capital físico como elementos decisivos do nível de vulnerabilidade das comunidades de Lustal e Sítio Lagoa.The County of Tauá is located in the region of Inhamuns in the State of Ceará, one of the areas most affected by impacts of periodic droughts, with their adverse influence on production and consequently on the farmers' quality of life. It is observed that, during climate crises, the communities have limiting defense mechanisms

  8. Avaliação das ações de atenção às mulheres sob violência no espaço familiar, atendidas no Centro de Apoio à Mulher (Belo Horizonte, entre 1996 e 1998 Estimate of activity women's attention that are constrained in the family environment, Attentive in Centro de Apoio à Mulher (Center of Women's Support, in Belo Horizonte, between 1996-1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Matias Alves

    2001-01-01

    Full Text Available Este estudo analisou a política de assistência a mulheres vítimas de violência no contexto familiar e assistidas no Programa Cidadania da Mulher, através de seus dois projetos: Centro de Apoio à Mulher - "Benvinda" e Casa Abrigo - "Sempre Viva", em Belo Horizonte, entre 1996-1998. Os dados foram adquiridos através de questionários semi-abertos e pré-testados, obtendo-se a representação mental das equipes técnica e de apoio (N=14, e de 10% de usuárias do Centro de Apoio no período de 1997-1998 (N=70; além de dados biológicos, psicossociais e das condições econômicas das usuárias entre 1996 e 1998 (N=1529; causas e tipos de violência. Os dados revelam que: a a violência tem aspectos culturais, sociais e econômicas; b estes indicadores descritos sugerem realizar estudos de casos analíticos dentro e fora do espaço familiar, de forma a aprofundar as questões aqui apresentadas; c o programa é importante como política social de emergência por ser um serviço de referência para a população de Belo Horizonte e sua região metropolitana, além de cidades do interior do Estado, buscando maior integração entre as famílias destas com as instituições, na preservação dos direitos humanos e na construção da cidadania.These study analyzed the politic of women assistance's victims by violence in environment familiar and assisted by the program Cidadania da Mulher (Women's Citizenship in two projects "Benvinda" (Welcome and "Casa Abrigo" (Sheltering home in Belo Horizonte (MG, Brazil from 1996 to 1998. The data were obtained with half-open and pretested questionnaires, obtaining the mental representation of the support employees, users 10% (N=70 and technical team, besides biological and social data, life conditions of the original families of the users, causes and types of violence (N= 1529 users between 96 and 98. In conclusion, the data showed: a the violence occur in by culture social and economic, aspects without

  9. Futebol é "coisa para macho"?: Pequeno esboço para uma história das mulheres no país do futebol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Franzini

    2005-12-01

    Full Text Available Um dos aspectos menos conhecidos da história do futebol no Brasil diz respeito à inserção da mulher nesse universo eminentemente masculino. Diante de tal lacuna, este artigo propõe-se a apresentar e analisar as leituras sobre a presença do sexo feminino dentro e fora dos gramados durante a primeira metade do século XX, momento decisivo para a construção da idéia e da identidade do "país do futebol". Pretende-se, assim, discutir as formas de integração ao jogo "permitidas" às mulheres, suas manifestações proibidas e, sobretudo, os significados encerrados em tais permissões e proibições.The article intents to present and analyze the opinions about Brazilian women's appearance in and out stadiums and fields during the first half of the XXth century, a crucial moment to the construction of the "soccer country" idea and identity. The purpose is to discuss which game integration forms were allowed to the women, which of their manifestation were forbidden and especially the means ihmplicated in that permissions and prohibitions.

  10. Homicídios e vulnerabilidade social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Tavares

    2016-03-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste estudo foi analisar a distribuição espacial das taxas de homicídios (H segundo os índices de vulnerabilidade social (IVS e de qualidade de vida urbana (IQVU, em Betim/MG, de 2006 a 2011. Foram feitas análise descritiva, análise de correlação espacial utilizando o índice de Moran e análise espacial de H, IVS e IQVU. Ocorreram no período, 1.383 óbitos, com predomínio de homens (91,9%, de 15 a 24 anos (46,9%, pardos/pretos (76,9%, com ensino médio (51,1% e solteiros (83,9%. Não se verificou autocorrelação espacial, indicando que a distribuição das taxas de homicídio é aleatória, o mesmo ocorrendo com o IVS e com o IQVU. Em conjunto, no entanto, houve sobreposição de H, IVS, IQV, o que foi analisado à luz de diferentes teorias explicativas do crime, desde as que abordam a desigualdade social, passando pelas que pautam o tráfico de armas e drogas até chegar às teorias de Durkheim e Habermas, respectivamente, anomia e colonização do mundo da vida. Conclusão: tanto do ponto de vista empírico como teórico, vulnerabilidade social e homicídio se mostram associados.

  11. Assistência ao parto de mulheres negras em um hospital do interior do Maranhão, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilka Kassandra Pereira Belfort

    Full Text Available Resumo Há no Brasil poucos estudos que considerem a cor como um possível fator de aumento de vulnerabilidade à perda da saúde, que analisem a morbidade levando em consideração a cor/raça das pessoas, especialmente os que abordam a saúde reprodutiva. Estudos realizados nos últimos anos evidenciaram diferenças importantes entre as taxas de mortalidade materna de mulheres de cor branca, parda e preta. Supõe-se que essas diferenças sejam decorrentes de falta de acesso a serviços de saúde e/ou da pior qualidade da assistência prestada amulheres negras. Há poucos estudos que analisam como se dá o atendimento pré-natal e ao parto considerando a cor das mulheres, especialmente em pequenos municípios, em regiões mais carentes do país. Este estudo objetiva descrever como ocorre a assistência ao ciclo gravídico puerperal de mulheres negras residentes no município de Icatu, no Maranhão. Trata-se de uma pesquisa descritiva exploratória desenvolvida com puérperas que tiveram parto no Hospital Municipal da cidade. Foram entrevistadas 26 mulheres negras que aceitaram participar da pesquisa. A idade variou de 10 a 39 anos, com 50% de 20 a 24 anos. A maioria estava em união estável, 46,2% iniciaram a vida sexual antes de 15 anos, e 53,8%, entre 16 e 20 anos. Constatou-se que a maioria iniciou o pré-natal no primeiro trimestre e teve seis consultas ou mais durante o acompanhamento. Todas as mulheres de cor preta e a maioria das de cor parda tiveram anemia ferropriva no período gestacional. Elas gostariam de ser escutadas na hora do parto e de receberem mais atenção, com maior acolhimento.

  12. Rotas de ingresso, trajetórias e acesso das mulheres ao legislativo: um estudo comparado entre Brasil e Argentina Women's entrance, trajectories and access to the legislative: a comparison between Brazil and Argentina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clara Araújo

    2010-08-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta alguns resultados da pesquisa Dez anos de cotas no Brasil - avaliando a eficácia do caminho curto para o acesso das mulheres ao legislativo. Um dos itens da pesquisa consistiu na análise da relação entre as trajetórias individuais de deputadas e deputados, isto é, a forma e as razões de ingresso na política, o papel dos partidos políticos como mediadores dessas trajetórias, como esses aspectos se transformam em capitais políticos eleitorais, e como essas trajetórias se relacionam com as chances oferecidas pela inclusão das cotas. A Argentina é tomada como um contraponto positivo ao caso brasileiro, dado o fato de sua experiência ser considerada paradigmática. Entre os resultados apresentados, destacam-se as diferenças entre os tipos de trajetórias e de capital político que são estratégicos, em se tratando das mulheres de cada um dos países. E as novas formas de capital eleitoral que surgem conferem outros sentidos de ingresso na política. Isso parece decorrer, entre outros aspectos, de um segundo momento de institucionalização democrática nesses países.This paper presents some results of the research Ten years of quotas in Brazil - evaluating the effectiveness of the short path to women's access to the legislative. One of the items of the research consisted in the analysis of the relationship between the trajectories of the individuals, the form and the reasons for participating in politics, the role of political parties as mediators of these paths, the way that these aspects are transformed into political capital, and how these trajectories relate to the chances offered by the inclusion of quotas as a specific law. Argentina is taken as a positive counterpoint to the Brazilian case, given the fact that their experience has been considered paradigmatic. Among the results presented, the differences between the types of trajectories and political capital that are strategic, concerning the women

  13. SALUD INTERCULTURAL: IMPACTO EN LA IDENTIDAD SOCIAL DE MUJERES AIMARAS SAÚDE INTERCULTURAL: IMPACTO NA IDENTIDADE SOCIAL DAS MULHERES AIMARAS INTERCULTURAL HEALTH: THE IMPACT IN THE AIMARA WOMEN SOCIAL IDENTITY

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Valdebenito

    2006-01-01

    Full Text Available Este artículo busca determinar el impacto sociocultural de las políticas públicas y la modernización en salud y educación en los pueblos aimaras en Chile, desde un enfoque cultural. Su intención es aproximarse al significado atribuido por las mujeres aimaras de Colchane a las políticas públicas en salud reproductiva y cómo impacta en su cosmovisión. Nuestra hipótesis es que las mujeres aimaras no se apropian de las políticas culturales en salud reproductiva porque no responden al sentido cultural que involucra el proceso reproductivo. Este trabajo quiso indagar sobre el sentido social y la construcción valórica tras estos procesos sociales y determinar cómo afecta a la incorporación de las políticas públicasEste artigo procura determinar o impacto socio-cultural das políticas públicas, a modernização em saúde e a educação nos povos Aimaras no Chile, desde um enfoque cultural. Seu objetivo é se aproximar do significado atribuido pelas mulheres Aimaras de Colchane às políticas públicas em saúde reprodutiva e como impacta em sua cosmovisão. Nossa hipótese é que as mulheres Aimaras não se apropriam das políticas culturais em saúde reprodutiva porque não respondem ao sentido cultural que envolve o processo reprodutivo. Este trabalho quis indagar sobre o sentido social e a construção de valores através destes processos sociais e determinar como isto afeta a incorporação das políticas públicasThis paper is part of a research project which tries to determine the socio cultural impact of public policies and the modernization process in the health care of the aimara ethnic group in Chile, from a cultural perspective. Its purpose is to approach to the meaning attributed by the aimara women from Colchane to the public policies related to reproductive health and how it impacts their cosmic vision. Our hypothesis is that the aimara women do not appropriate these public policies on reproductive health as proper

  14. Território, soberania e crimes de segundo Estado: a escritura nos corpos das mulheres de Ciudad Juarez Territory, sovereignty and second state crimes: the writing on the bodies of the assassinated women of Ciudad Juarez

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita Laura Segato

    2005-08-01

    Full Text Available O ensaio examina o caso dos feminicídios que resultaram em pelo menos 300 mulheres assassinadas durante os últimos 11 anos em Ciudad Juarez, Chihuahua, na fronteira norte do México. Em todos esses anos, as autoridades apresentaram somente uns poucos suspeitos, sem nunca conseguir convencer a opinião pública de sua culpabilidade. Impunidade e proteção dos assassinos são evidentes tanto para a opinião pública local como para os observadores internacionais. Eu sugiro que o que é escrito no corpo das mulheres brutalmente assassinadas é a assinatura de um poder local e regional que também conta com tentáculos nacionais. Esses atos de violência aparentemente irracional enunciam, para além de qualquer dúvida, o poder discricionário de seus perpetradores e o controle que eles detêm sobre pessoas e recursos de seu território, selando e reforçando com isso um pacto de fraternidade.The essay examines the case of the feminicides that rendered at least three hundred women murdered during the last twelve years in Ciudad Juárez, Chihuahua, at the Northern Mexican border. In all these years, the authorities presented only a few suspects, without ever getting to convince public opinion of their culpability. Impunity and protection for the murderers are evident to local public opinion and to international observers. I argue that what is written on the body of the brutally murdered women is the signature of a local and regional power counting also with national connections. These acts of apparently irrational violence state beyond doubt the discretionary power of their perpetrators and the control they exert over the people and resources of their territory, thus sealing and reinforcing a pact of fraternity.

  15. Sentimentos e expectativas das mulheres acerca da Citologia Oncótica Sensaciones y expectativas de las mujeres referente a la Citología Oncótica Feelings and expectations of the women concerning Oncotic Citology

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleidiane Maria Sales de Brito

    2007-08-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo qualitativo cujo objetivo foi discutir e descrever os sentimentos e as expectativas vivenciadas por 28 mulheres quanto à citologia oncótica em uma unidade do Programa de Saúde da Família em Parnaíba-PI, através de uma entrevista com roteiro de questões abertas. Os resultados foram apresentados em categorias e constatou-se que a maioria das mulheres não realiza o exame, embora todas afirmem a importância deste, principalmente para detecção de doenças. Observou-se ainda que durante o procedimento, os sentimentos mais recorrentes entre as mulheres foram: timidez, insegurança, medo, vergonha e dor. Quanto às expectativas, elas anseiam um melhor atendimento dos profissionais, e um resultado que não apresente alterações, em especial o câncer.Estudio cualitativo cuyo objetivo fue discutir y describir las sensaciones y las expectativas vivenciadas por 28 mujeres cuánto a la citología del oncótica en una unidad del Programa de Salud de la Familia en Parnaíba-PI, con una entrevista con la estrutura de preguntas abiertas. Los resultados fueran presentados en categorías y evidenciados que la mayoría de las mujeres no hacen la examinación, sin embargo todas afirmen la importancia de esto, principalmente para la detención de enfermedades. Fueran observados aun que durante el procedimiento, las sensaciones más recurrentes entre las mujeres había sido: timidez, inseguridad, miedo, vergüenza y dolor. Cuánto a las expectativas, ellas anhelan para una atención mejor de los profesionales, y un resultado que no presente alteraciones, en especial el cáncer.Qualitative study whose objective was to argue and to describe the feelings and the expectations lived deeply for 28 women about oncotic citology in a unit of the Family Health Program in Parnaíba-PI, through an interview with script of opened questions. The results were presented in categories and evidenced that the majority of the women does not carry through

  16. Mapa de Vulnerabilidad en Honduras

    Science.gov (United States)

    Sánchez, A. A.

    2013-05-01

    Dado que Honduras geográficamente se encuentra en una zona que esta expuesta a diferentes fenómenos sísmicos y climatológicos. Investigamos cuales son las zonas mas propensas a desastres naturales, la vulnerabilidad y el factor de resiliencia de la población de acuerdo a diferentes parámetros de estudio.

  17. Vulnerabilidade social: o psicodiagnóstico como método de mapeamento de doenças mentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Grana

    Full Text Available O presente estudo demonstra a experiência de trabalho em um Centro de Referência de Assistência Social do interior do Rio Grande do Sul. Foi realizado um mapeamento de doenças mentais na população em vulnerabilidade social, através do processo de psicodiagnóstico, em caráter de estudo-piloto. Foram escolhidos três sujeitos como amostragem: uma mulher, uma adolescente e um menino. Foram analisados os fatores psicossociais, e os resultados revelaram que essa população está mais sujeita ao desenvolvimento de psicopatologias. O estudo demonstrou que a inserção do psicodiagnóstico pode contribuir como instrumento de diagnóstico da população. É necessário que haja interesse por parte das políticas públicas em ofertar os serviços de saúde à população para trabalhar com os fatores de risco socioemocionais de maneira satisfatória.

  18. Vulnerabilidade social:: o psicodiagnóstico como m étodo de mapeamento de doenças mentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Grana

    Full Text Available O presente estudo demonstra a experiência de trabalho em um Centro de Referência de Assistência Social do interior do Rio Grande do Sul. Foi realizado um mapeamento de doenças mentais na população em vulnerabilidade social, através do processo de psicodiagnóstico, em caráter de estudo-piloto. Foram escolhidos três sujeitos como amostragem: uma mulher, uma adolescente e um menino. Foram analisados os fatores psicossociais, e os resultados revelaram que essa população está mais sujeita ao desenvolvimento de psicopatologias. O estudo demonstrou que a inserção do psicodiagnóstico pode contribuir como instrumento de diagnóstico da população. É necessário que haja interesse por parte das políticas públicas em ofertar os serviços de saúde à população para trabalhar com os fatores de risco socioemocionais de maneira satisfatória.

  19. Narrativas de violências praticadas por parceiros íntimos contra mulheres Narratives of intimate partner violence practiced against women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leides Barroso Azevedo Moura

    2012-04-01

    Full Text Available Foi realizada uma pesquisa com mulheres de 15 a 49 anos moradoras de uma área de vulnerabilidade social da capital brasileira para conhecer os discursos femininos sobre suas vivências de violências praticadas por parceiros íntimos. Foi utilizada uma abordagem qualitativa e técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Durante entrevistas realizadas em seus domicílios no período de fevereiro a julho de 2007, 195 mulheres narraram, episódios de violências sofridas ao longo da vida. As entrevistas geraram 32 Discursos do Sujeito Coletivo que foram construídos a partir de 395 expressões-chaves agrupadas em sete blocos temáticos: i Engenharia das VPI (N = 114; 58,5%; ii Histórias de estupro de vulneráveis (N = 77; 39,5%; iii Violências silenciosas ou silenciadas (N = 43; 22%; iv Anos potenciais de vida sofrida (N = 43; 22%; v Um novo tempo, apesar dos pesares (N = 39; 20%; vi E por falar em violências (N = 35; 18%; vii A violência é uma linguagem (N = 34; 17,4%. Três discursos do bloco de maior prevalência, intitulado "A engenharia das VPI", são apresentados integralmente neste trabalho. As narrativas das violências reveladas mostram a intensidade da vulnerabilidade e das agressões sofridas pelas mulheres e a existência de múltiplas dinâmicas violentas nos relacionamentos íntimo-afetivos.Research was conducted with women aged 15 to 49 living in an economically vulnerable area of the Brazilian state capital on the experience of victims of Intimate Partner Violence (IPV. The study adopted a qualitative technique called Collective Subject Discourse. During the interviews in their homes between February and July, 195 women reported incidents of violence throughout their lives. The discourses were grouped by similar violence using the CSD technique and organized into 7 major categories based on 395 key words; i IPV Engineering (N = 114; 58.5%; ii Rape of vulnerable sex (N = 77; 39.5%; iii Silent or silenced violence (N = 43; 21%; iv

  20. A vagina-escola: seminário interdisciplinar sobre violência contra a mulher no ensino das profissões de saúde

    OpenAIRE

    Carmen Simone Grilo Diniz; Denise Yoshie Niy; Halana Faria de Aguiar Andrezzo; Priscila Cavalcanti de Albuquerque Carvalho; Heloisa de Oliveira Salgado

    2016-01-01

    O ensino de obstetrícia no Brasil tradicionalmente requer que o aluno realize um certo número de procedimentos para que seja avaliado, o que levou a uma cultura de ensino do uso não informado, não consentido, das vaginas das parturientes mais pobres, usuárias do SUS, pelos alunos de medicina e outras profissões, para o treinamento de habilidades cirúrgicas. Tais abusos permanecem normalizados por uma cultura institucional que não os reconhece como violações de direitos, promovendo um ensino d...

  1. Vulnerabilidade externa e controle de capitais no Brasil: uma análise das inter-relações entre câmbio, fluxos de capitais, IOF, juros e risco-país

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa da Costa Val Munhoz

    2013-11-01

    Full Text Available Diante da severidade da crise financeira internacional de 2007/08, a vulnerabilidade externa de países em desenvolvimento se manifestou mais fortemente, trazendo à baila a rediscussão do controle de capitais. À luz da importância da restrição ao livre fluxo internacional de capitais, o objetivo deste trabalho é investigar a inter-relação entre as seguintes variáveis da economia brasileira: câmbio, fluxos de capitais, IOF, juros e risco-país. Especificamente, pretende-se verificar se uma cobrança mais alta do IOF gera impactos relevantes sobre os fluxos financeiros mais voláteis no período 1995-2011. Por meio da aplicação do modelo VAR, a análise empírica sugere que os capitais especulativos respondem pouco a pequenas alterações de alíquotas desse imposto, estando mais intimamente associados a movimentos da taxa de câmbio e do risco-país. Em virtude da pouca eficácia do controle de capitais via IOF, destaca-se, assim, a necessidade de medidas mais concretas, que inibam efetivamente a especulação dos investidores estrangeiros.

  2. Inquisição, religiosidade e transformações culturais: a sinagoga das mulheres e a sobrevivência do judaísmo feminino no Brasil colonial - Nordeste, séculos XVI-XVII

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelo Adriano Faria de Assis

    2002-01-01

    Full Text Available A visitação do Santo Ofício ao Nordeste açucareiro entre 1591e 1595 traria à tona os conflitos sociais e a disputa de interesses entre cristãos velhos e novos. Principais delatados, os neoconversos tornam-se figuras centrais das acusações feitas à mesa e vítimas em potencial das generalizações sobre seu suposto comportamento criptojudaico, acusados das mais diversas heresias. Dentre os delatados, chama a atenção o significativo número de mulheres, baluartes da resistência judaica, difusoras de sua cultura e tradições para as novas gerações. Responsáveis pelo ambiente doméstico, seriam as grandes propagadoras do judaísmo secreto e diminuto que se tornara possível após as proibições de livre crença no mundo português a partir de 1497, e a instauração da Inquisição, em 1536, quando os lares passaram a representar papel preponderante para a divulgação e sobrevivência das tradições dos filhos de Israel.The visit of the Holly Inquisition to the northeast of Brazil between 1591 and 1595 would expose social conflicts and disputes of interests among old and new Christians. The last were the potential victims and the main accused of maintaining a crypto-judaic behavior, performing several heresies. Among the accused, there was an impressive number of women, center of Jewish resistence, transmitting the culture and the tradition to the new generations. After the prohibition of any other faith than Catholicism in the Portuguese world in 1497 and the stablishment of the Inquisition in 1536, women would become responsible for the diffusion of secret Judaism. Homes became a central place to the survival of Jewish traditions.

  3. Elementos de vulnerabilidade individual de adolescentes ao HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melina Mafra Toledo

    2011-04-01

    Full Text Available A adolescência é caracterizada pela experimentação e descoberta, pelo desenvolvimento da autonomia e pela sexualidade. O objetivo desse estudo foi identificar as evidências científicas da literatura sobre os elementos da dimensão individual da vulnerabilidade de adolescentes ao HIV/AIDS. Através da revisão sistemática integrativa, em bases e bancos de dados eletrônicos (Cinahl PubMed, Scopus, LILACS, Adolec, Dedalus, BDTD e Portal de Teses da Universidade de São Paulo rastrearam-se trabalhos publicados entre 1996 e 2006. Compuseram a amostra final 41 estudos. O elemento da vulnerabilidade individual mais freqUente nos estudos foi o grau e qualidade do conhecimento sobre HIV/AIDS. A revisão permitiu identificar evidências científicas da vulnerabilidade individual relevantes para o planejamento das ações de prevenção à infecção pelo HIV em adolescentes.

  4. Atuação interdisciplinar em grupo de puérperas: percepção das mulheres e seus familiares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Trevisan, Marcielli Lilian

    2009-01-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo apresentar a percepção das pacientes e seus familiares em relação à atuação interdisciplinar efetivada por uma equipe multiprofissional em saúde, no grupo de mães do Alojamento Conjunto (ACO de um Hospital Universitário. A pesquisa é do tipo qualitativa descritiva. Foi utilizada a coleta individual na aplicação do questionário, e coletiva para entrevista focalizada. Para tabulação dos dados colhidos no questionário utilizou-se o programa Microsoft Office Excel 2003, e para análise e interpretação da entrevista usou-se a técnica de análise de conteúdo. Foram entrevistados 31 participantes, sendo 24 pacientes (20 puérperas e 4 gestantes e 7 acompanhantes. Definiram-se três categorias finais: cuidados no puerpério, interdisciplinaridade e processo reflexivo. Através deste estudo verificou-se que a abordagem interdisciplinar por equipes multiprofissionais de saúde contribui na identificação das necessidades biopsicosociais presentes no período puerperal, assim como permite a humanização do atendimento à saúde materno-infantil.

  5. Experiências reprodutivas de mulheres com anemia falciforme

    OpenAIRE

    Xavier, Aline Silva Gomes

    2011-01-01

    As experiências reprodutivas são tomadas, neste estudo, como o início da atividade sexual, uso de métodos contraceptivos, experiências com gestações, parto, puerpério e histórias de abortamento.Determinou-se como objetivo geral, analisar as experiências reprodutivas de mulheres com anemia falciforme e, como objetivos específicos, caracterizar o perfil das mulheres com anemia falciforme e suas experiências reprodutivas; descrever as experiências das mulheres com anemia falciforme com relação à...

  6. MULHERES NO ESPAÇO POLÍTICO SINDICAL: Um Estudo de Caso no Sindicato dos Trabalhadores das Instituições Federais de Ensino – SINDIFES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anália das Graças Gandini Pontelo

    2016-08-01

    Full Text Available Historically, gender inequality, with women having few pportunities to reach senior positions in trade unions’ broad of directors, can be largely observed in Brazilian unionism. This study puts forward an analysis of the power and gender relations present in the way to access the office of general coordinator at the Sindicato dos Trabalhadores das Instituições Federais de Ensino [Union of Workers of the Education Federal Institutions] (Sindifes. Sindifes is a trade union based at the city of Belo Horizonte which represents workers of federal institutions of higher education. The main objective of this research is to investigate the breaking of the glass ceiling, an invisible barrier that hinders the rise of women to leadership positions, and its manifestations in the process of women rising to such positions. With this in mind, semi structured interviews were conducted with eight of the nine women who occupied the position of Sindifes’ general coordinator, since its creation in 1992.It was noticed that sexual division of labor and women’s struggle for rights segregates them from the decision-making positions and from political disputes. In conclusion, it is necessary to consider the daily lives of these women who adjust their political, professional and personal aspects of their lives, when they are also responsible for balancing family and home.

  7. Orientação de enfermagem: fator importante no ajustamento das mulheres mastectomizadas - contribuição à assistência de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zuila Maria de Figueiredo Carvalho

    1984-12-01

    Full Text Available Os problemas biopsicossócio-espirituais decorrentes da mutilação por mastec-tomia constituem motivo de preocupação para os profissionais de saúde, mais precisamente da enfermeira. O objetivo deste estudo foi identificar os problemas que interferem na adaptação familiar e social da cliente, antes e após a cirurgia. Esta pesquisa, exploratória, realizou-se em dois hospitais de oncologia da Cidade do Rio de Janeiro, envolvendo sessenta clientes com câncer de mama. A amostra constitui-se de três grupos, com vinte clientes cada um. A coleta dos dados efetuou-se mediante entrevista individual. Os resultados indicam a falta de orientação nos períodos pré e pós-operatórios, assim como problemas emocionais decorrentes da mutilação que afetam especialmente a vida sexual. O trabalho oferece subsídios para o planejamento de ações de enfermagem, visando o atendimento das necessidades apresentadas por essa clientela.

  8. Eqüidade de gênero e saúde das mulheres Equidad de género y salud de las mujeres Gender equality and women's health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Maria Godoy Serpa da Fonseca

    2005-12-01

    Full Text Available Inicialmente são contadas duas histórias: uma ocorrida na Idade Média, em Florença, Itália, e outra na década de 90, do século passado, no Rio de Janeiro, Brasil. Ambas referem-se ao princípio da Justiça, o pilar ético da Eqüidade. A partir daí é feita uma análise de gênero da situação de saúde das mulheres e o quanto ela reflete as iniqüidades advindas das condições de desigualdade social a que estão submetidas. Conclui que adotar a eqüidade de gênero como conceito ético associado aos princípios de justiça social e direitos humanos significa re-olhar o cotidiano de milhares de mulheres, indignar-se com o sofrimento e provocar transformações, sem confundir o direito à assistência digna e respeitável por serem, antes de tudo, cidadãs, com o imperativo de tê-las hígidas e produtivas, por serem geradoras e mantenedoras da força de trabalho presente e futura, de quem a sociedade depende para a geração da riqueza social.IInicialmente se cuentan dos historias: una ocurrida en la Edad Media, en Florencia-Italia, y otra en la década del 90, en Rio de Janeiro, Brasil. Ambas se refieren al principio de Justicia, el pilar ético de la Equidad. A partir de ahí se realiza un análisis de género de la situación de salud de las mujeres y lo que ella refleja en cuanto a las inequidades advenidas de las condiciones de desigualdad social a que están sometidas. Concluye que adoptar la equidad de género como concepto ético asociado a los principios de justicia social y derechos humanos significa volver a mirar el cotidiano de millares de mujeres, indignarse con el sufrimiento y provocar transformaciones, sin confundir el derecho a la asistencia digna y respetable por ser, antes de todo, ciudadanas, con el imperativo de tenerlas productivas, al ser generadoras y manutensoras de la fuerza de trabajo presente y futura, de quien la sociedad depende para la generación de la riqueza social.Two stories are told: one that took

  9. Gênero, geração e classe: uma discussão sobre as mulheres das camadas médias e populares do Rio de Janeiro Gender, generation and social class: a debate about women in middle and popular layers in Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria das Dores Campos Machado

    2009-08-01

    Full Text Available Este artigo apresenta a comparação dos dados de duas pesquisas realizadas com o objetivo de verificar as continuidades e descontinuidades nas representações de gênero em diferentes gerações de famílias das camadas médias e populares do estado do Rio de Janeiro: das avós, das mães e das suas filhas. Privilegiamos aqui as percepções do lugar social da mulher no contexto das transformações em curso na sociedade brasileira. Considerando o crescimento da participação feminina no mercado de trabalho e o aumento no nível de escolaridade das mulheres, interessa-nos, particularmente, conhecer as representações e as práticas das integrantes dessas três gerações em torno da família, da religião e da profissionalização feminina.This article presents a comparison of data from two researches which aim at verifying the continuities and discontinuities in the gender representations in different generations of middle and popular-layer families in Rio de Janeiro State: that of grandmothers, of mothers and their daughters. Here we privileged the perceptions of the woman's social place in the context of the transformations in course in Brazilian society. Taking into account the growth of female participation in the labor market as well as the heightening of the women's schooling level, we are particularly interested in getting to know the representations and the practices of the members of these three generations abound family, religion and female professionalization.

  10. Near miss e mulheres negras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alaerte Leandro Martins

    Full Text Available Resumo Introdução: A mortalidade materna apresenta grande diferença entre os países desenvolvidos e em desenvolvimento e espelha a qualidade da assistência prestada à saúde da mulher. Para evidenciar melhor essa assistência, novos métodos de estudo vêm sendo utilizados, entre eles a investigação das morbidades maternas graves - near misses. Objetivo: Analisar os fatores de risco para ocorrência de near miss nas diferentes raças/cores das mulheres residentes em três municípios da Região Metropolitana de Curitiba. Método: Estudo descritivo. Resultados: Na análise multivariada, identificou-se ser as variáveis idade (p=0,0321 com OR 3,08 e IC 95% 1,10-8,65, doenças associadas (p=0,0018 com OR 4,06 e IC 95% 1,61-10,24 e causa de internação (p=<0,0001 com OR 8,75 e IC 95% 3,36-22,75 os fatores de risco para near miss; o OR foi estimado com base no modelo multivariado. Já a variável cor não foi identificada como sendo fator de risco para near miss (p=0,8964 na presença das demais variáveis. Conclusões: Evidenciou-se, no estudo, a necessidade de aprofundar a análise em pesquisas sobre ocorrência de near miss e cor da variável idade e outras causas de internação para mulheres brancas, e a paridade/número de gestações e presença de doenças crônicas ou associadas para as mulheres negras, assim como a instituição de outros parâmetros de análise como as transferências e reinternações.

  11. Vulnerabilidade de puérperas na visão de Equipes de Saúde da Família: ênfase em aspectos geracionais e adolescência Vulnerabilidad de puérperas en la visión de Equipos de Salud de la Familia: énfasis en aspectos generacionales y adolescencia Women's vulnerability in the puerperium from the view of Family Health Teams: emphasis on generational aspects and adolescence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Beheregaray Cabral

    2010-06-01

    Full Text Available O artigo analisa o destaque conferido por profissionais de Equipes de Saúde da Família (ESFs ao puerpério na adolescência como um período em que as mulheres estão particularmente vulneráveis. A especial vulnerabilidade de puérperas na idade da adolescência é justificada em função de modos adolescentes de viver a vida, revelando uma tendência à naturalização do fenômeno da adolescência. A análise traz alguns dos resultados de um estudo qualitativo realizado com ESFs de Santa Maria, RS, desenvolvido por meio de grupos focais, cujos dados foram submetidos à análise de conteúdo temática. Este estudo contribui para o trabalho dos profissionais de saúde, no sentido de indicar e dar visibilidade às circunstâncias e elementos implicados na produção da vulnerabilidade de adolescentes no puerpério. Os resultados sugerem a necessidade de reorientação das práticas de educação e promoção da saúde das ESFs dirigidas a puérperas adolescentes, para além do componente informativo, e a incorporação da perspectiva da vulnerabilidade no planejamento destas ações.El artículo analiza el énfasis otorgado por profesionales de Equipos de Salud de la Familia (ESFs al puerperio en la adolescencia, como un período durante el cual las mujeres están particularmente vulnerables. La especial vulnerabilidad de las puérperas adolescentes se justifica en función del modo adolescente de vivir la vida, revelando una tendencia a la naturalidad del fenómeno de la adolescencia. El análisis incluye algunos de los resultados de un estudio cualitativo realizado con ESFs de Santa María, RS, desarrollado a través de grupos focales, cuyos datos fueron sometidos al análisis de contenido temático. Este estudio contribuye con el trabajo de los profesionales de la salud, en el sentido de indicar y poner de manifiesto las circunstancias y elementos implicados en la generación de vulnerabilidad de las adolescentes puérperas. Los resultados

  12. Histórias de vida de mulheres HIV+ ativistas: mudanças e permanências Life stories of HIV+ women activists: changes and permanency

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Fernandes de Carvalhaes

    2012-08-01

    Full Text Available Nesses anos de seu reconhecimento, a aids tem obrigado a desnaturalizar questões sociais e culturais construídas historicamente e que são parte dos signos, das normas e dos códigos que balizam a estrutura e a organização da sociedade, impondo outros olhares e novas perspectivas para a complexidade de questões relacionadas aos gêneros, aos corpos e à cultura. Considerando essa conjuntura, esta pesquisa foi realizada com quatro mulheres HIV+ ativistas no movimento de aids com o objetivo de apreender suas concepções sobre a doença, os contextos de vulnerabilidade que possibilitaram sua infecção, suas vulnerabilidades à reinfecção e as mudanças e permanências nos campos afetivo-conjugal e da maternidade, a partir da experiência da doença e da militância.In these acknowledgment years, AIDS has obliged us to denaturalize social and cultural questions historically built, and that are part of the signs, rules and codes that mark out the society structure and organization, imposing other views and new perspectives towards the complex questions related to gender, bodies and culture. Taking this into consideration, this research was carried out with four HIV+ women activists in the AIDS movement with the objective of apprehending their conceptions about AIDS, the vulnerability contexts that made their infection possible, their vulnerabilities towards the reinfection, and changes and permanency in the affective-conjugal and motherhood fields, from the disease and activism experience.

  13. O impacto da osteoporose no Brasil: dados regionais das fraturas em homens e mulheres adultos - The Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS The burden of osteoporosis in Brazil: regional data from fractures in adult men and women - The Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo M Pinheiro

    2010-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO/OBJETIVOS: O BRAZOS (The Brazilian Osteoporosis Study é um estudo epidemiológico, de base populacional, realizado em amostra representativa de mulheres e homens brasileiros, de idade superior a 40 anos, com o objetivo de identificar os principais fatores clínicos de risco associados com fratura por baixo impacto. Nesse artigo são apresentados os principais resultados do estudo, de acordo com cada região do país. PACIENTES E MÉTODOS: Um total de 2.420 indivíduos, provenientes das cinco regiões do país e de todas as classes socioeconômicas foram incluídos no estudo. Foram avaliados dados antropométricos, bem como aspectos relacionados aos hábitos de vida, fraturas, ingestão alimentar, atividade física, quedas e qualidade de vida por meio de entrevista individual e quantitativa. Fratura por baixo impacto foi definida como aquela decorrente de queda da própria altura ou menos. Valor de P OBJECTIVES: The BRAZOS (The Brazilian Osteoporosis Study study is the first epidemiological and population-based study carried out in a representative sample of Brazilian men and women, 40 years or older, with the objective of identifying the prevalence and main clinical risk factors (CRF associated with low-impact fractures. This report shows the main results according to each region of the country. PATIENTS AND METHODS: A total of 2,420 subjects (70% women from 150 different cities in five geographic regions in Brazil, and from all different socio-economical classes were included in this study. Anthropometrical data, as well life style, previous fractures, nutritional status, physical activity, falls, and quality of life were evaluated by a quantitative individual survey. Low-impact fracture was defined as that resulting from a fall no greater than standing height of an individual. A P < 0.05 was considered significant. RESULTS: Statistically significant differences in the prevalence of fractures among the five Brazilian regions

  14. Mulher e família no Programa Bolsa-Escola: maternidades veiculadas e instituídas pelos anúncios televisivos Woman and family at the Bolsa-Escola Program: maternities propagated and instituted through TV advertisements

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carin Klein

    2007-12-01

    Full Text Available Este artigo problematiza alguns processos de produção e veiculação de representações de maternidade, tomando como referência o Programa Nacional Bolsa-Escola, e insere-se no campo da teorização cultural, principalmente na perspectiva dos Estudos Culturais e dos Estudos Feministas, nas vertentes que têm proposto uma aproximação crítica com a análise pós-estruturalista. Para a operacionalização do trabalho, selecionei um conjunto de anúncios televisivos que divulgaram o Programa à população no primeiro ano de sua implantação. Exploro os anúncios com o intuito de analisar os diferentes modos de representar e significar a maternidade. Discuto como se organiza e divulga, no âmbito do Programa, um conjunto de ensinamentos e propostas a serem desenvolvidas, principalmente na família, a fim de buscar (recolocar, sobretudo, as mulheres-mães e a educação das crianças no centro desses debates.This work discusses and questions some processes of production and propagation of maternity representations, having the National Bolsa-Escola Program as its starting point, and localized in the field of cultural theory, mainly from the perspectives of both Cultural Studies and Feminist Studies, with a critical approximation to the post-structuralist analysis. In order to carry out the work, I have selected a series of television advertisements used to publicize the Program in its first year of implementation. I have explored these advertisements in order to analyze the different ways through which maternity has been represented and meant. I have discussed how a set of teachings and proposals was publicized in the Program so as to be mainly developed by the families, thus relocating women/mothers and children’s education into the center of those debates.

  15. Trabalhadoras de turno noturno: relações de gênero, produção de vulnerabilidades e promoção da saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Figueiredo Arreal

    Full Text Available Objetivo analisar os impactos que o trabalho noturno exerce sobre a saúde de trabalhadoras do setor metal-mecânico. Métodos a partir do olhar sobre as relações de gênero, foca-se como a organização e a divisão social do trabalho afetam a vida cotidiana dessas mulheres. Examinam-se essas experiências à luz das reflexões sobre vulnerabilidades, produzidas na relação gênero/trabalho/saúde. Trata-se de um estudo qualitativo, realizado em 2012, empregando-se entrevistas semiestruturadas com nove trabalhadoras de turno noturno de uma empresa localizada na região metropolitana de Porto Alegre/RS. A análise dos dados foi guiada pelo método de Análise de Discurso. Foram construídos eixos analíticos com base no diálogo entre a literatura e os discursos das entrevistadas. Discussão identificaram-se desigualdades de gênero que impactam nas condições de saúde das trabalhadoras metalúrgicas de turno noturno, apontando-se algumas especificidades das vivências dessas trabalhadoras no local pesquisado: agudo processo de subvalorização do trabalho, descanso limitado, alimentação irregular, dificuldades na organização da vida fora do ambiente de trabalho, falta de acesso a suportes sociais que apoiem as atividades femininas, sobrecarga das responsabilidades assumidas, que, muitas vezes, causam sofrimento mental e/ou outros adoecimentos.

  16. Vulnerabilidade da família: desenvolvimento do conceito Vulnerabilidad de la familia: desarrollo del concepto Family vulnerability: concept development

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Myriam Aparecida Mandetta Pettengill

    2005-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi desenvolver o conceito vulnerabilidade da família. Os dados foram coletados utilizando-se a estratégia da Análise Qualitativa de Conceito que consta de duas etapas: na primeira, a fase teórica, utilizou-se dados da literatura e, na segunda, a fase de campo, entrevista e observação de 12 famílias vivenciando uma experiência de doença e hospitalização de um filho. O referencial teórico foi o Interacionismo Simbólico, dando sustentação à Teoria Fundamentada nos Dados, utilizada para guiar a coleta e análise dos dados na etapa de campo. Como resultado, construiu-se um modelo teórico cuja categoria central define a vulnerabilidade da família como SENTINDO-SE AMEAÇADA EM SUA AUTONOMIA, em razão das interações com a doença, família e equipe. A comparação das duas análises permitiu elaborar uma proposição teórica de vulnerabilidade da família e avançar em termos de conhecimento teórico para a área de enfermagem da família.Este estudio buscó desarrollar el concepto vulnerabilidad de la familia, utilizando la estrategia del Análisis Cualitativo de Concepto, que consta de dos etapas: en la primera, la fase teórica, los datos fueron recolectados con base en la literatura, y, en la segunda, la fase de campo, se utilizaron observaciones y entrevistas con 12 familias que vivencian una experiencia de enfermedad y hospitalización de un hijo. El Interaccionismo Simbólico fue el eje teórico que orientó los procesos de indagación, dando sustento a la Teoría Fundamentada en los Datos, que fue utilizada para guiar la recolección y análisis de los datos en esta etapa. Como resultado, se construyó un modelo teórico cuya categoría central define la vulnerabilidad de la familia como SINTIÉNDOSE AMENAZADA EN SU AUTONOMÍA, en razón de las interacciones con la enfermedad, familia y equipo. La comparación de los dos análisis permitió la elaboración de una propuesta teórica de vulnerabilidad

  17. Vulnerabilidade socioambiental na metrópole paulistana: uma análise sociodemográfica das situações de sobreposição espacial de problemas e riscos sociais e ambientais Socio-environmental vulnerability in the Metropolis of São Paulo, Brazil: a socio-demographic analysis of spatial coexistence of social and environmental risks and problems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Humberto Prates da Fonseca Alves

    2006-06-01

    Full Text Available Este trabalho procura identificar e caracterizar populações em situação de vulnerabilidade socioambiental em São Paulo, através da construção de indicadores ambientais, em escala desagregada (setores censitários do IBGE. A vulnerabilidade socioambiental está sendo definida como a coexistência ou sobreposição espacial entre grupos populacionais muito pobres e com alta privação (vulnerabilidade social e áreas de risco ou degradação ambiental (vulnerabilidade ambiental. A metodologia baseia-se na construção de um Sistema de Informação Geográfica (SIG, em que se sobrepõe a cartografia da rede hidrográfica à malha dos setores censitários do município de São Paulo (censo 2000. Inicialmente, identificam-se os setores classificados como de alta vulnerabilidade social pelo Mapa da vulnerabilidade social da população da cidade de São Paulo (CEM-CEBRAP/SAS-PMSP, 2004. Posteriormente, os setores localizados às margens de cursos d´água e com baixa cobertura de esgoto são considerados proxy de áreas com alta vulnerabilidade ambiental. Os resultados mostram que, no interior do grupo de setores censitários de alta vulnerabilidade social, existem grandes diferenças nas condições socioeconômicas e demográficas, relacionadas às diversas categorias de vulnerabilidade ambiental.The objective of this article is to identify and analyze population groups living in situations of socio-environmental vulnerability in São Paulo, by constructing environmental indicators on a disaggregated scale. We define socio-environmental vulnerability as the spatial coexistence of high social vulnerability together with areas of environmental risk and deterioration. The methodology is based on a Geographical Information System (GIS that provides information on the network of waterways and the layers of the census tracts in the municipality of São Paulo. We first identify the census tracts that show high social vulnerability, using a Social

  18. História oral: a experiência das doulas no cuidado à mulher Historia Oral: la experiencia de las doulas en el cuidado a la mujer Oral History: experience of doulas in the care of women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Romana Ferreira de Souza

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Mostrar a possibilidade de utilização da História Oral como referencial metodológico para compreender o significado da experiência das doulas durante o processo de parto e nascimento em uma maternidade pública. MÉTODOS: Estudo qualitativo, realizado em uma maternidade pública municipal na cidade do Recife-Pernambuco, na qual o programa encontra-se institucionalizado há quatro anos. O instrumento de investigação utilizado foi a entrevista junto a nove doulas, analisada segundo a história oral temática. RESULTADOS: Emergiram dois eixos temáticos que trazem a experiência das doulas no cuidado à mulher: um caminho para a humanização e acolhendo e criando vínculos. CONCLUSÃO: Os discursos revelaram que as doulas oferecem um cuidado que envolve uma escuta ativa, alicerçada em atitudes de respeito, acolhimento, conhecimento técnico e amor.OBJETIVO: Mostrar la posibilidad de utilizar la Historia Oral como referencia metodológica para comprender el significado de la experiencia de las doulas durante el proceso de parto y nacimiento en una maternidad pública. MÉTODOS: Se trata de un estudio cualitativo, realizado en una maternidad pública municipal en la ciudad de Recife, en Pernambuco, en la cual el programa se encuentra institucionalizado hace cuatro años. El instrumento de investigación utilizado fue la entrevista junto a nueve doulas, analizada según la historia oral temática. RESULTADOS: Surgieron dos ejes temáticos que muestran la experiencia de las doulas en el cuidado a la mujer: un camino para la humanización y acogiendo y creando vínculos. CONCLUSIÓN: Los discursos revelaron que las doulas ofrecen un cuidado que contiene un escuchar activo, basada en actitudes de respeto, acogimiento, conocimiento técnico y amor.OBJECTIVE: To show the possibility of using oral history as a methodological reference for understanding the meaning of the experience of doulas during labor and birth in a maternity. METHODS

  19. Brasil Mulher e Nós Mulheres: origens da imprensa feminista brasileira Brasil Mulher e Nós Mulheres: origins of the feminist press in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosalina de Santa Cruz Leite

    2003-06-01

    Full Text Available Este artigo apresenta algumas reflexões sobre a imprensa feminista alternativa que surgiu no Estado de São Paulo, Brasil, na segunda metade dos anos 1970. Essa imprensa se tornou um espaço de expressão de uma linha política intimamente vinculada ao despertar das mulheres para as idéias feministas do período posterior à luta armada contra a ditadura no Brasil. Os jornais Brasil Mulher e Nós Mulheres retrataram, em seus artigos e editoriais, a luta pela anistia, pelas creches e pelas liberdades democráticas - todos símbolos da oposição contra o regime no período da ditadura militar. Além disso, eles incluíam matérias específicas, tais como violência doméstica, condições de trabalho das mulheres, direitos reprodutivos, aborto e sexualidade. Do ponto de vista do movimento popular e das organizações de mulheres, essa imprensa constitui, sem sombra de dúvida, uma fonte importante e ainda inexplorada para compreender o período considerado.This article presents some reflections about the feminist alternative press that appeared in the state of São Paulo, Brazil, in the second half of the 70's. The press was a space for expression of a special breed of politics that was closely linked to the awakening of women to feminist ideas in the period after the armed struggle against the Brazilian dictatorship. The journals Brasil Mulher and Nós Mulheres portray, in their articles and editorials, the fight for amnesty, for day nurseries, for democratic freedoms - all symbols of opposition against the regime in the era of military dictatorship. In addition they report on specific matters, such as, domestic violence, women's working-conditions, reproductive rights, abortion and sexuality. From the point of view of the popular movement and the women's organizations, the alternative press of women is without any doubt an important source, and still under-explored, for understanding the period considered.

  20. Assistência à saúde das mulheres do município de taboão da serra com diagnóstico de displasia ou carcinoma cérvico-uterino: problematização do sistema de referência e contra-referência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Maria Chiesa

    1992-03-01

    Full Text Available O presente estudo foi desenvolvido junto a 49 mulheres, clientes das Unidades Básicas de Saúde de Taboão da Serra com diagnóstico de displasia ou carcinoma detectados através do exame citológico. Apresentase uma caracterização do serviço e discute-se a precariedade em que se operacionaliza a referência e contra-referência no tocante a este agravo, já que, em 81,6% dos casos detectados, as Unidades Básicas de Saúde desconheciam a situação da cliente quanto ao tratamento. Discute-se também a organização das ações de saúde enfatizando-se a necessidade de implementação de um programa educativo.

  1. A TRAJETÓRIA EDUCACIONAL E PROFISSIONAL DA MULHER ADMINISTRADORA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Terezinha Gascho Volpato

    2006-12-01

    Full Text Available Através de uma pesquisa bibliográfica, pretende-se demonstrar sucintamente o processo pelo qual as mulheres passaram da invisibilidade social e cultural a participantes efetivas do mundo educacional e profissional, bem como apresentar uma pesquisa de campo realizada com os alunos e alunas da Escola Superior de Administração e Gerência (Esag, que buscou conhecer a visão dos futuros administradores acerca da mulher engajada na área executiva e que exerce cargos de chefia. Observou-se que, apesar do grande avanço no que tange ao reconhecimento social e da capacidade intelectual das mulheres, os estereótipos que as menosprezavam não desapareceram por completo. Mesmo que de uma forma mais branda, continuam presentes na mente das pessoas e servem para alimentar as desigualdades e inibir a aceitação das diferenças individuais.

  2. Avaliação da qualidade de vida e vulnerabilidade ao estresse no contexto hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Ottati

    2013-05-01

    Full Text Available O conceito de Qualidade de Vida é usado para medir as condições de vida de um ser humano, já a palavra vulnerabilidade refere-se à chance das pessoas estarem expostas ao adoecer. Objetivou-se analisar possíveis relações entre percepção de qualidade de vida e a vulnerabilidade ao estresse no trabalho em enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem que atuam na UTI e no setor de emergência de um hospital público. Utilizou-se o instrumento de qualidade de vida da Organização Mundial da Saúde, WHOQOL-Bref e a Escala de Vulnerabilidade ao Estresse no Trabalho. Encontrou-se, em relação ao setor de trabalho, diferença significativa apenas para Qualidade de vida total. Portanto pode-se afirmar que os profissionais que atuam na UTI possuem maior percepção de qualidade de vida quando comparados aos do SUS. Na correlação entre os dois instrumentos, o domínio meio ambiente do WHOQOL-Bref correlacionou-se negativa e significativamente com todos os fatores da EVENT, indicando que a percepção da pessoa em relação aos diversos aspectos do meio em que vive tem relação com a vulnerabilidade ao estresse.

  3. Vulnerabilidad selectiva neuronal: la rabia como modelo de estudio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Orlando Torres Fernández

    2005-03-01

    Full Text Available La vulnerabilidad selectiva neuronal puede ser definida, anatómicamente, por la vulnerabilidad diferencial de circuitos y neuroquímicamnete, por la vulnerabilidad de las neuronas que expresan firentes proteínas en partícular.

  4. Ancestralidade Genômica, nível socioeconômico e vulnerabilidade ao HIV/aids na Bahia, Brasil Genomic Ancestry, socioeconomic status and vulnerability to HIV/AIDS in Bahia, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kiyoko Abe-Sandes

    2010-12-01

    Full Text Available O curso clínico da infecção pelo HIV é determinado por complexas interações entre características virais e o hospedeiro. Variações no hospedeiro, a exemplo das mutações CCR5Δ32 e CCR264I, são importantes para a vulnerabilidade e progressão do HIV/aids. Atualmente, observa-se um aumento do número de casos da infecção entre os segmentos da sociedade com menor nível de escolaridade e pior condição socioeconômica. Com o objetivo de estimar a ancestralidade e verificar a sua associação com renda, escolaridade vulnerabilidade e progressão ao HIV/aids foram analisados 517 indivíduos infectados pelo HIV-1, sendo 289 homens e 224 mulheres. Os pacientes foram classificados segundo a ancestralidade genômica avaliada por 10 AIMs e pela vulnerabilidade e progressão ao HIV/aids através das mutações CCR5Δ32 e CCR264I. Os indivíduos infectados pelo HIV-1 apresentaram contribuição africana de 47%. As mutações CCR5Δ32 e CCR264I foram mais frequentes nos indivíduos brancos (3% e negros (18% respectivamente, e essas mutações mostraram frequência mais elevada nos tipicamente progressores (TP, quando comparados com os rapidamente progressores (RP para aids. Não foi encontrada associação entre ancestralidade e vulnerabilidade ao HIV na análise para o grau de instrução. A pauperização da infecção pelo HIV-1 nessa população foi confirmada pela relação inversa entre renda e ancestralidade africana, pois quanto menor a renda maior a ancestralidade africana. Os resultados deste estudo sugerem associação entre as condições socioeconômicas e vulnerabilidade ao HIV/aids da população afrodescendente.The clinical course of HIV infection is determined by complex/ interactions between viral and host's characteristics./ Host variations, such as CCR5δ32 and CCR264I mutations, are important/ to vulnerability and progression of HIV/AIDS./ Currently, the number of cases among patients with lower educational level and lower

  5. Comparação do ultrassom transvaginal e da histeroscopia ambulatorial no diagnóstico das doenças endometriais em mulheres menopausadas Comparative study of transvaginal sonography and outpatient hysteroscopy for detection of pathologic endometrial lesions in postmenopausal women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Angerame Yela

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar a eficácia do ultrassom transvaginal e da histeroscopia diagnóstica ambulatorial no diagnóstico das doenças intrauterinas em mulheres menopausadas. MÉTODOS: Foram selecionadas 243 mulheres menopausadas que se submeteram a uma histeroscopia diagnóstica no ano de 2006. Todas essas mulheres vieram encaminhadas da rede básica de saúde após terem realizado um ultrassom transvaginal para avaliar a cavidade endometrial. RESULTADOS: As mulheres tinham em média 61±9,4 anos e encontravam-se na menopausa em média há 11±8,3 anos. Observamos 6,6% de casos de hiperplasia endometrial e câncer de endométrio. O ultrassom apresentou uma sensibilidade de 95,6%, uma especificidade de 7,4%, um valor preditivo positivo de 53,3% e valor preditivo negativo de 60%, enquanto a histeroscopia apresentou 95,7%; 83%; 82,2% e 95,9%, respectivamente. CONCLUSÃO: A histeroscopia apresentou maior acurácia que o ultrassom no diagnóstico das doenças endometriais.OBJECTIVE: To compare the efficiency of transvaginal sonography and outpatient hysteroscopy in the diagnosis of intrauterine pathology in postmenopausal women. METHODS: Two-hundred and forty-three postmenopausal women were selected. All women had undergone outpatient hysteroscopy in the year 2006. These women were referred from the Basic Healthcare Units in Campinas, where they underwent ultrasonography for the evaluation of the endometrial cavity. RESULTS: The mean age of these women was 61±9.4 years. These women were menopausal for 11±8.3 years.. We observed 6.6% cases of endometrial hyperplasia and cancer. The ultrasonography had a sensitivy of 95.6%, a specificity of 7.4%, a positive predictive value of 53.3% and a negative predictive value of 60%, while the hysteroscopy had 95.7%, 83%, 82.2% and 95.9% respectively. CONCLUSION: Hysteroscopy was a more accurate method for the detection of intrauterine pathology than ultrasonography.

  6. Physician-patient communication in the prevention of female reproductive tract infections: some limitations Comunicação entre médicos e mulheres na prevenção das infecções do trato reprodutivo: algumas limitações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Y. Makuch

    2000-01-01

    Full Text Available The objective of this study was to describe the information that women with tubal infertility recalled having received from physicians when they consulted for a reproductive tract infection (RTI and the information physicians reported having provided to women consulting for RTIs. Interviews were conducted with 16 women presenting primary tubal infertility selected on the basis of purposeful sampling criteria. Also, 15 physicians working in the public health network in the city of Campinas, Brazil, were selected at random and interviewed. Analysis of the women's statements concerning previous RTI-related medical consultations showed that they did not recall having received any information on either prevention or the impact of RTI on their reproductive future. Analysis of interviews with physicians showed that the information they provided to women consulting for RTIs was incomplete and unclear. The information women recalled having received and that which physicians remembered having provided at the time of treating a patient with RTI was similar. In conclusion, these women lacked adequate or complete information and that it was probably not possible for them to adopt measures to avoid repetition of RTI and minimize risk of tubal infertility.O objetivo deste estudo foi descrever a informação que mulheres com esterilidade tubária lembravam haver recebido dos médicos quando elas compareceram à consulta em virtude de infeções do trato reprodutivo (ITR, assim como a informação que os médicos referiram dar-lhes no momento da consulta. Foram entrevistadas 16 mulheres com esterilidade primária de causa tubária, selecionadas seguindo o critério de amostra proposital. Foram selecionados ao acaso e entrevistados 15 médicos da rede pública de Campinas, SP, Brasil. A análise das respostas das mulheres mostrou que elas não lembravam de ter recebido informação a respeito de meios de prevenção ou sobre o impacto das ITRs em seu futuro

  7. Care needs of pregnant women with a private health insurance: a comprehensive social phenomenology approach Necesidades de cuidado de mujeres embarazadas que poseen seguro de salud: una aproximación comprensiva de la fenomenología social Necessidades de cuidado das mulheres grávidas que possuem convênio saúde: abordagem compreensiva da fenomenologia social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Aparecida Barbosa Merighi

    2007-10-01

    que no poseen seguro de salud. Sin embargo, en la categoría "confiando en el profesional de salud", fue posible percibir la importancia de poseer plano de salud, hecho que posibilita la intersubjetividad entre la mujer y el profesional de salud.Este estudo objetivou compreender os significados que as mulheres que possuem convênio saúde têm da gravidez e conhecer quais as necessidades de cuidado das mulheres nessa fase do ciclo vital. Fundamentou-se na pesquisa qualitativa de inspiração fenomenológica. O pensamento do sociólogo e fenomenólogo Alfred Schutz conduziu a análise das falas. Como critério de inclusão, definiu-se que os sujeitos deveriam ser atendidos em instituições privadas e possuir convênio saúde. Dos depoimentos emergiram as categorias: tendo novas responsabilidades; vivenciando uma situação especial; vivenciando insegurança, ansiedade e expectativas; sentindo-se limitada; confiando no profissional de saúde. Por meio da análise das categorias, constatou-se que a vivência das mulheres grávidas que participaram deste estudo mostrou-se de forma similar à daquelas mulheres grávidas que não possuem convênio saúde. No entanto, na categoria "confiando no profissional de saúde" foi possível perceber a importância de possuir convênio saúde, fato que possibilita a intersubjetividade entre a mulher e o profissional de saúde.

  8. La volatilidad acentúa la vulnerabilidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Iván González

    2003-06-01

    Full Text Available Este artículo muestra que en los años noventa la volatilidad financiera desestabilizó el sector real. La conjunción de ambas formas de volatilidad, la financiera y la real, ha acentuado la vulnerabilidad de las personas más débiles. Para romper el círculo vicioso generado por las dos V (volatilidad y vulnerabilidad es necesario pensar seriamente en una política económica que funde el desarrollo en una sociedad más equitativa y menos excluyente.

  9. Preditores dietéticos das concentrações séricas ou plasmáticas de homocisteína, ácido fólico, vitaminas B12 e B6 em mulheres

    OpenAIRE

    Lana Carneiro Almeida

    2007-01-01

    Objetivo Examinar a correlação entre fatores dietéticos, obtidos por questionário de freqüência alimentar (QFA) validado, e concentrações séricas ou plasmáticas de homocisteína (hcy), ácido fólico, vitaminas B12 e B6 em mulheres de São Paulo. População e métodos Foram analisados os dados dietéticos de 1.434 mulheres de 21 a 65 anos de um estudo caso-controle sobre consumo alimentar e lesões neoplásicas do colo uterino realizado em três hospitais públicos da cidade de São Paulo, excluindo-se o...

  10. A Abertura da privacidade e o sigilo das informações sobre o HIV/Aids das mulheres atendidas pelo Programa Saúde da Família no município de São Paulo, Brasil The opening of privacy and the secrecy of HIV/Aids information concerning women assisted by the Family Health Program in the City of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Tavares de Mello Abdalla

    2008-06-01

    Full Text Available A epidemia da Aids que acometia inicialmente homens, adultos com alta escolaridade e práticas homossexuais, passou atingir mais os jovens, grupos sociais de maior exclusão social, pessoas com práticas heterossexuais e mulheres. A doença, envolta em preconceito que pode levar a discriminação, preocupa as mulheres quanto ao "segredo" da infecção. Este estudo teve como objetivo discutir situações que envolvem questões de privacidade e sigilo das informações nas experiências de assistência do PSF às mulheres portadoras do HIV. É um estudo qualitativo que utilizou metodologias de grupo focal com agentes comunitários de saúde (ACS e entrevistas semi-estruturadas com enfermeiros, médicos e auxiliares de enfermagem, feito numa Unidade Básica de Saúde que opera com PSF no município de São Paulo. Os depoimentos foram analisados segundo Bardin e organizados nos temas: a a revelação do diagnóstico de HIV para a usuária; b acolhimento e vínculo na abertura da privacidade; c a revelação do diagnóstico de HIV aos membros da equipe de PSF; e d discussão em equipe e o sigilo das informações. Verificou-se que os profissionais do PSF conhecem o diagnóstico pela própria usuária, familiares, vizinhos, ACS ou outro membro da equipe e profissionais de saúde dos serviços de referência, além do prontuário e resultados de exames. A mulher revela seu diagnóstico quando há confiança e vínculo na relação usuária-profissional. Os profissionais buscam assegurar o sigilo do HIV. A abertura da privacidade da informação possibilita discussão das necessidades de saúde da usuária e o planejamento das ações pelo PSF.In the beginning, Aids was predominantly seen in highly educated adult males with homosexual practices. Then, it reached a much younger group, with less access to information, heterosexuals and also women. Those infected with Aids are often worried about discrimination, which makes them keep it secret. The

  11. Photography as anthropological record of leader females in inland central CearáA fotografia como registro antropológico das mulheres líderes no Sertão Central do Ceará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiana Parente

    2007-01-01

    Full Text Available In the last few years, in the inland of Ceará state, changes have occurred in gender relations. Women who find themselves leaders are producing modifications in the history of their communities and contributing to the development of a new culture. Recording the lives of these women through photography as anthropological resource is the objective of this work. It covers the experiences of leader women in the landless settlements of PDHC – Projeto Dom Helder Câmara in the city of Quixeramobim, in central inland Ceará.Nos últimos anos, no sertão do estado do Ceará, tem ocorrido mudanças nas relações de gênero. Mulheres que se descobrem líderes têm transformado a história de suas comunidades e contribuído para o despertar de uma nova cultura. Documentar a realidade destas mulheres, usando a fotografia como registro antropológico, é o objetivo deste trabalho. Ele documenta experiências de mulheres líderes nos assentamentos do PDHC – Projeto Dom Hélder Câmara na cidade de Quixeramobim, no Sertão Central do Ceará.

  12. Planificación familiar en mujeres en condiciones de vulnerabilidad social Family planning for women in vulnerable social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliana Franco Hincapié

    2011-12-01

    Full Text Available Introducción: La planificación familiar es un componente esencial en el cuidado de la salud primaria y reproductiva desatendida en poblaciones socialmente vulnerables. Objetivo: Evaluar los conocimientos básicos sobre planificación familiar y su aplicación con mujeres en edad reproductiva que viven en condiciones de pobreza y vulnerabilidad en un barrio de la ciudad de Medellín, Colombia. Metodología: Estudio descriptivo de corte transversal, en donde se aplicó una entrevista personal semi-estructurada a 100 mujeres elegidas por muestreo abierto. Resultados: Las mujeres encuestadas tenían conocimientos básicos sobre la existencia de diferentes métodos de planificación familiar. El 93% de las mujeres no deseaba concebir más hijos, de estas el 38,7% no planificaba en el momento de la entrevista. El 42% tenía un nivel bajo de escolaridad; se halló relación entre este hecho y el número de hijos, donde el 31% de las madres tenía entre 3 y 7 hijos (pIntrodução: A planificação familiar é um componente essencial no cuidado da saúde primaria e reprodutiva desconsiderada em populações socialmente vulneráveis. Objetivo: Avaliar os conhecimentos básicos sobre o planejamento familiar e a sua aplicação em mulheres na idade reprodutiva que estejam em situação de pobreza e vulnerabilidade num bairro da cidade de Medellín, Colômbia; 2010. Métodos: Foi realizado um estudo descritivo de corte transversal, onde foi aplicada uma entrevista pessoal semi-estruturada em cem mulheres eleitas por amostragem aberta. Resultados: As mulheres entrevistadas tinham conhecimentos básicos sobre a existência de diferentes métodos de planejamento familiar. O 93% das mulheres não desejavam conceber mais filhos, destas o 38,7% não usava métodos de planejamento familiar no momento da entrevista. O 42% tinha baixo nível de escolaridade; encontrou-se relação entre este dado e o número de filhos, onde o 31% das mães tinham entre três e sete

  13. ONGs, vulnerabilidade juvenil e reconhecimento cultural: eficácia simbólica e dilemas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Artur Malvasi

    Full Text Available A busca pelo reconhecimento cultural como estratégia no enfrentamento da vulnerabilidade entre jovens tornou-se predominante entre as ONGs (organizações não governamentais brasileiras. Após dez anos de crescimento desta forma de ação, analisamos sua eficácia simbólica e seus dilemas. O artigo debate, inicialmente, conceitos e práticas envolvidas nesse cenário. Em seguida, volta-se para o campo das ONGs brasileiras que atuam com jovens em situação de vulnerabilidade, por meio de atividades artísticas e culturais, com o intuito de reconhecer os elementos simbólicos presentes neste contexto. Apresenta-se, ainda, um estudo de caso sobre a experiência de uma delas e destaca-se um dilema comum às ações das ONGs no enfrentamento da vulnerabilidade juvenil: o de conciliar as ações de caráter cultural que valorizam o repertório particular dos jovens de classes populares com a viabilização do acesso a estruturas e recursos básicos dos quais estão afastados.

  14. A rede social significativa de uma mulher após o diagnóstico de HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Vieira Von Zuben

    2013-06-01

    Full Text Available Partindo da concepção de que a rede social influencia a saúde de uma pessoa e de que o seu estado de saúde influencia a manutenção de sua rede, este artigo tem como objetivo compreender como se configura a rede social de uma mulher portadora do HIV/aids, considerando os sentidos produzidos acerca do impacto do diagnóstico e dos efeitos que este exerce sobre sua vida e seus relacionamentos. As informações apresentadas neste estudo foram coletadas através de entrevista individual, desenvolvida com base em um roteiro semiestruturado dividido em dois momentos: uma conversa inicial acerca do recebimento do diagnóstico de HIV/aids e uma conversa mais específica sobre a configuração da rede social significativa, após o diagnóstico, tendo como disparador a construção de um "mapa de rede". Esta entrevista foi audiogravada e transcrita na íntegra, e sua análise foi desenvolvida com base no método de estudo de caso, tendo como fundamentação as contribuições do movimento construcionista social. Nossa análise ilustra como o entrelaçamento entre o contexto de vulnerabilidade, o impacto do diagnóstico e os discursos em torno do HIV/aids marcam a vida de uma mulher soropositiva, influenciando a construção de sua rede social. Discutimos, assim, a importância de que o trabalho em saúde inclua uma sensibilidade relacional, com ênfase na compreensão da pessoa em rede e em contexto. Desse modo, esperamos contribuir com práticas de cuidado em saúde que visem a reduzir o impacto do diagnóstico na vida e nos relacionamentos das mulheres soropositivas (FAPESP.

  15. VULNERABILIDADE E RISCO SOCIAL: PRODUÇÃO DE SENTIDOS NO CAMPO SOCIOASSISTENCIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Najara Lourenço dos Santos

    2014-06-01

    Full Text Available Resumo: O artigo é uma análise preliminar de uma etapa da pesquisa "Entre as práticas psicológicas e as políticas públicas de assistência social", que objetiva compreender as expressões “vulnerabilidade social” e “risco social”, que emergem em vários documentos da assistência social, bem como pensar como estes se articulam, a partir de observações assistemáticas no campo socioassistencial. A análise dos documentos mostra que, inicialmente, as expressões “vulnerabilidade” e “risco social” apareciam de forma indiscriminada para referir-se às famílias pobres. Desde 2008, a expressão “vulnerabilidade social”, embora apareça como um conceito complexo, continua a ser uma forma de caracterizar as famílias destinatárias da proteção social básica. Se a situação de vulnerabilidade social das famílias for agravada, estas passam a ser caracterizadas como famílias em situação de risco, destinatárias da proteção social especial. Já nas observações de campo, o conceito de vulnerabilidade social é estranho às usuárias da proteção social básica, pois, em sua maioria, desconhecem o termo, tornando evidente que a expressão tem servido mais como uma caracterização e classificação das famílias que necessitam da assistência social, sem que estas realmente se percebam nessa situação.

  16. Variabilité hydrologique et vulnérabilité des populations du Lago Janauaca (Amazonas, Brésil Variabilidade hidrológica e vulnerabilidade das populações do Lago Janauaca (Amazonas, BrasilHydrological variability and human vulnerability in Lago Janauaca (Amazonas, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josyane Ronchail

    2011-03-01

    Full Text Available Étroitement liées à la pulsation saisonnière des crues de l’Amazone, les activités des petits paysans et pêcheurs des várzeas sont particulièrement sensibles aux manifestations plus extrêmes de la variabilité hydrologique. Ce travail propose d’appréhender la vulnérabilité de ces communautés riveraines aux crues et étiages extrêmes autour du Lago Janauaca, près de Manaus, dans un contexte climatique d’intensification du cycle hydrologique. Dans un premier temps nous proposons de caractériser la variabilité hydrologique du Rio Solimões et son impact spatial sur le Lago. Si l’extension du phénomène est frappante, les dynamiques anthropiques sur les rives du lac sont elles aussi importantes. Celles-ci s’expliquent plus par l’ouverture de pistes entre le lac et la BR319, que par l’expansion des cultures traditionnelles qui restent modérée. Enfin, une série d’entretiens menés auprès des riverains dévoile une relation complexe entre les différentes activités des populations et les extrêmes hydrologiques. Les sécheresses y apparaissent comme les perturbations majeures, non seulement à cause de leurs impacts sur les cultures, mais surtout en raison des difficultés qu’elles entraînent pour les mobilités locale et régionale.Intimamente relacionado com o pulso de inundação sazonal do rio Amazonas, as atividades dos agricultores e pescadores das várzeas são particularmente sensíveis aos eventos mais extremos da variabilidade hidrológica. Este artigo tem como objetivo analisar a vulnerabilidade das comunidades ribeirinhas às cheias e às estiagens extremas ao redor do Lago Janauaca, próximo de Manaus, em um contexto de intensificação do ciclo hidrológico. Inicialmente, propomos uma caracterização da variabilidade hidrológica do Rio Solimões e do seu impacto espacial sobre o lago. As dinâmicas antrópicas às margens do lago são importantes também. Elas são mais decorrentes pela abertura

  17. A mulher no futebol: o bullying e o cyberbullying no contexto de gênero

    OpenAIRE

    Teixeira, Renata de Andrade [UNESP

    2016-01-01

    A pesquisa teve como intuito abordar o tema gênero com enfoque especial nos assuntos relacionados à presença de mulheres no futebol. Ao nos aprofundarmos em estudos que narram a história do futebol brasileiro, raramente nos deparamos com alguma pesquisa que envolva a participação das mulheres nesse esporte e, em grande parte das vezes em que esse contexto é abordado, essas mulheres são tratadas como afrontosas a sua natureza. Dessa forma, o estudo objetivou investigar as possíveis expressões ...

  18. Fatores psicossociais e a infecção por HIV em mulheres, Maringá, PR Psychosocial aspects of HIV infection among women in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rozilda Neves Alves

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a percepção do risco de infecção em mulheres infectadas pelo HIV, antes de elas receberem o resultado positivo para essa patologia. MÉTODOS: Estudo exploratório com entrevistas em profundidade em amostra de conveniência constituída de 26 mulheres que freqüentavam o ambulatório de um centro regional de saúde em Maringá, PR. A entrevista foi semidirigida com um roteiro de perguntas fechadas e abertas sobre características sociodemográficos, conhecimento sobre prevenção primária e secundária, percepção de risco antes do teste positivo para HIV, impacto do resultado em suas vidas -- inclusive a sexual -- depois de saberem ser portadoras do vírus. Os resultados foram analisados pela metodologia de análise de conteúdo. RESULTADOS: Apesar de ter consciência de que essa doença pode atingir qualquer um, nenhuma das 26 mulheres estudadas acreditava estar infectada pelo HIV/Aids. Os mecanismos psicológicos, "negação", "evitação", "onipotência do pensamento" e "projeção" foram os que puderam ser identificados como aqueles que as mulheres mais utilizaram para lidar com as dificuldades e as ansiedades decorrentes da percepção de risco e das normas e relações de gêneros hegemônicas presentes na cultura brasileira. Verificou-se que, se o uso desses mecanismos alivia a angústia, por outro lado aumenta a vulnerabilidade das mulheres. Elas se sentem incapazes de atuar, e muitas mantêm relações sexuais desprotegidas com os parceiros, expondo-se à gravidez indesejada e à reinfecção. CONCLUSÕES: Os programas de prevenção do HIV devem considerar também aspectos psicológicos, socioeconômicos e culturais que interferem na vulnerabilidade das mulheres, antes e depois da infecção. Para haver maior alcance de suas ações, os programas devem ir além da distribuição massiva de informações e usar abordagens psicoeducativas em pequenos grupos que estimulem a conscientização das mulheres para al

  19. Características sociodemográficas e clínicas das internações psiquiátricas de mulheres com depressão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Richardson Miranda Machado

    2013-03-01

    Full Text Available Estudo retrospectivo e exploratório, realizado com objetivos de identificar e analisar características sociodemográficas e clínicas de internações psiquiátricas de mulheres acometidas por depressão. O estudo foi realizado a partir do Sistema de Internações Hospitalares de um serviço especializado. A amostra foi constituída por 24.161 pacientes admitidos; 1.160 tiveram diagnóstico de depressão (4,8%, com predominância do sexo feminino (761-65,6%, faixa etária de 41 a 50 anos (194-25,4%, procedentes para internação de diferentes serviços de saúde (273-35,8%, com tempo de internação de 60 dias (311-40,8%, altas médicas (687-90,2%, uma internação hospitalar (661-86,8% e internações pagas pelo Sistema Único de Saúde (633-83,2%. Os aspectos biológicos (hormonais, culturais (papel da mulher na sociedade, automedicação, diagnóstico tardio e coocorrência com outras doenças foram os principais fatores relacionados ao acometimento por depressão pelas mulheres e internação. Tais aspectos devem direcionar uma melhor abordagem do cuidado e promoção da saúde mental.

  20. Esporte e mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lino Castellani Filho

    1989-01-01

    Full Text Available Motivados pelas comemorações atinentes ao 8 de março - Dia Internacional da Mulher - assumimos o desafio de tecermos considerações acerca da muiher e o esporte, fenômeno cultural esse, alvo de nossos estudos por estar inserido no nosso campo de atuação profissional.

  1. Fecundidade das mulheres autodeclaradas indígenas residentes em Minas Gerais, Brasil: uma análise a partir do Censo Demográfico 2000 Fertility of indigenous women in Minas Gerais State, Brazil: an analysis using the 2000 census

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio Santiago Dias Júnior

    2008-11-01

    Full Text Available As populações indígenas aldeadas no Brasil apresentam alta taxa de fecundidade total (TFT, sendo que em alguns casos é observado o crescimento destas taxas ao longo do tempo. Já os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE revelam um declínio da TFT da população autodeclarada indígena, independente da situação de domicílio (urbano, rural e rural específico. Este trabalho utiliza dados do Censo Demográfico 2000 para descrever e comparar a estrutura e o nível da fecundidade de período e coorte das mulheres autodeclaradas indígenas residentes em Minas Gerais, Brasil. Foram calculadas as taxas específicas de fecundidade (TEF, a TFT de período para o ano 2000 e a TFT de coorte para mulheres com cinqüenta anos e mais de idade. Os resultados mostram que as mulheres autodeclaradas indígenas residentes em Minas Gerais experimentaram um passado de alta fecundidade, independente da situação de domicílio. Concluiu-se que o uso do Censo Demográfico 2000 é uma importante fonte de dados para os estudos sobre populações indígenas no Brasil, tanto pelo seu alto grau de cobertura quanto pela riqueza das informações coletadas.Indigenous populations living in villages in Brazil have presented high total fertility rates (TFR that have increased over time in some cases. Meanwhile, data from the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE or National Census Bureau show a decline in the TFR for the total self-declared indigenous population (combining urban, rural, and specific rural residence. The current study uses data from the 2000 Population Census to describe and compare the structure and level of period fertility for the cohort of self-declared indigenous women living in the State of Minas Gerais. We calculated age-specific fertility rates (ASFR, the period TFR for 2000, and the cohort TFR for women 50 years and older. According to the findings, self-declared indigenous women living in Minas Gerais

  2. Representações e experiências das mulheres sobre a assistência ao parto vaginal e cesárea em maternidades pública e privada Women's representations and experiences with vaginal and cesarean delivery in public and private maternity hospitals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa de Sousa Gama

    2009-11-01

    Full Text Available Este estudo analisa as diferentes representações e experiências quanto ao parto vaginal e cesárea de mulheres de diferentes estratos sócio-econômicos, bem como a natureza das relações profissionais de saúde/usuárias no contexto institucional em que estão inseridas. A pesquisa de natureza qualitativa foi desenvolvida em três maternidades do Município do Rio de Janeiro, Brasil, sendo uma pública, uma conveniada com o SUS e uma particular, com mulheres que tiveram os dois tipos de parto. Os resultados revelam que o modelo de organização dos serviços público e privado apresentam variações que produzem diferentes tipos de assistência e de relação entre os profissionais de saúde e as usuárias, dando forma a experiências distintas entre as mulheres pesquisadas. Todavia, ao empreendermos uma crítica assentada nas relações de gênero, podemos verificar que o modelo de assistência ao parto permanece submetendo quem deve ser sujeito e reproduzindo o projeto da medicalização - mesmo que este processo se manifeste de formas diferenciadas entre os grupos estudados -, o que reduz o campo da assistência e inviabiliza um lugar de poder diferenciado das usuárias.This study analyzes the different representations and experiences of women from different social classes, including issues related to their relations with hospital staff in different institutional settings. This qualitative study focused on women who had experienced both types of delivery, in three maternity hospitals in Rio de Janeiro, Brazil (one public, one fully private, and another private under an outsourcing agreement with the public health system. The study showed that variations in public and private service models result in different types of delivery care and different relations with staff, and are reflected in different birthing experiences for the women. However, a critical gender perspective shows that in both cases, the service models reproduce the

  3. Migración y ruralización del SIDA: relatos de vulnerabilidad en comunidades indígenas de México Migração e ruralização da Aids: relatos de vulnerabilidade de comunidades indígenas no México Migration and ruralization of AIDS: reports on vulnerability of indigenous communities in Mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Hernández-Rosete

    2008-02-01

    -conjugais em sua ausência. A gravidez e a criança são recursos masculinos para controlar suas esposas. CONCLUSÕES: A migração de retorno implica formas de vulnerabilidade para as mulheres indígenas nas localidades estudadas, cuja sexualidade tem caráter marcadamente reprodutivo. É necessário desenvolver políticas de prevenção a IST/HIV dirigidas ao fortalecimento dos direitos sexuais reprodutivos das mulheres e que considerem aspectos da identidade masculina.OBJECTIVE: To evaluate the vulnerability for STI/HIV among Mexican indigenous women in common law marriage with men who practice sex without condom. METHODS: Ethnography study undertaken in indigenous villages of Michoacán and Oaxaca, Mexico, in February 2004 and December 2005. These rural communities are characterized by high migration rates, extreme poverty and HIV/AIDS cases. An in-depth interview was applied to transient migrants (24, indigenous women (33, local authorities (20 and health providers (14. RESULTS: Rural propagation of STI/HIV is associated to sexual female initiation and mostly to migrants' fear their concubines will have extramarital sex during their absence. Impregnating their wives and the resulting childcare is one of the men's resources for controlling their concubines. CONCLUSIONS: Return migration implies vulnerability for indigenous women in the rural communities studied whose sexuality has a strong reproductive profile. It is necessary to develop prevention campaigns against STI/HIV taking into account male sexual identities to improve women rights to sexual and reproductive health.

  4. A violência de gênero e o processo saúde-doença das mulheres La violencia de género y el proceso salud-enfermedad de las mujeres The violence of gender and health-disease process of women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rebeca Nunes Guedes

    2009-09-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo que teve como objetivo compreender e analisar as repercussões da violência conjugal no processo saúde-doença das mulheres. È resultado da reanálise do material obtido em uma investigação por meio de entrevistas com mulheres em situação de violência e de denúncia, na Delegacia da Mulher no Município de João Pessoa - PB. A análise dos discursos evidenciou que a violência conjugal é um fenômeno social recorrente e multifacetado que influencia significativamente a saúde das mulheres que a vivenciam. Seu enfrentamento exige dos profissionais de saúde o reconhecimento de que a violência é um problema de saúde coletiva que perpassa todas as dimensões das relações sociais, cujas raízes encontram-se nas desigualdades de gênero. Tal fenômeno necessita de ser captado, compreendido e combatido em todas as dimensões da realidade social.Tratase de un estudio cuyo objetivo fue analizar y comprender el impacto de la violencia conyugal en el proceso salud-enfermedad de las mujeres. Es resultado de la revisión del material obtenido en una investigación a través de entrevistas con mujeres en situación de violencia y abuso, en la Comisaría de Policía de la Mujer en la ciudad de João Pessoa PB (Brasil. El análisis de los testimonios evidenció que la violencia conyugal es un fenómeno social multifacético recurrente y que influye en forma significativa en la salud de las mujeres que vivencian esta experiencia. Confrontar esta problemática exige que los profesionales de la salud reconozcan que la violencia es un problema de salud colectiva que sobrepasa todas las dimensiones de las relaciones sociales, cuyas raíces están en la desigualdad de género. Este fenómeno debe ser comprendido y combatido en todas las dimensiones de la realidad social.It is about a study that had as objective to understand and to analyze the repercussions of the conjugal violence in the process health-illness of the women. It

  5. Ser mulher hoje: a visão de mulheres que não desejam ter filhos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Zulato Barbosa

    2012-01-01

    Full Text Available Neste artigo apresentamos parte dos resultados de um estudo desenvolvido com mulheres cariocas de classe média, de diferentes faixas etárias, que afirmaram não desejar ter filhos. Foram utilizadas entrevistas semidirigidas, e os textos resultantes foram submetidos a uma análise de discurso. Focalizamos aqui os dados relativos ao que significa para elas ser mulher. Na visão das entrevistadas, no discurso social, a mulher ideal parece ser aquela que concilia realização profissional e maternidade, tarefa vista por elas como extremamente árdua. Pudemos observar em suas falas, contudo, que a identidade feminina parece estar atravessando hoje um momento de transição, em que o modelo tradicional da mulher-mãe, e mesmo o da mulher-mãe-profissional, vem sendo substituído por modelos contemporâneos mais fluidos, em que mulheres e homens podem e devem buscar seu próprio caminho e fazer suas próprias escolhas, alterando, inclusive, a qualquer momento, suas opções, numa tentativa de realizar sonhos, desejos e aspirações.

  6. Modelos de vulnerabilidade social a desastres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David Alexander

    2012-10-01

    Full Text Available Neste artigo discutem‑se as bases teóricas da avaliação da vulnerabilidade social aos desastres e mostra‑se que a vulnerabilidade é a componente mais importante do risco e o elemento principal dos impactos dos desastres. A percepção é um processo‑chave na tomada de decisões em situações de desastre, sendo afectada pela cultura e pelo simbolismo, que são analisados no contexto do risco de desastres. Recorre‑se a um modelo de metamorfose cultural para explicar as mudanças e as discrepâncias nas atitudes em relação aos desastres e aos processos de recuperação. A resposta ao terramoto de L’Aquila (no centro de Itália de 6 de Abril de 2009 é analisada enquanto ilustração dos processos de metamorfose cultural e interpretação simbólica dos desastres. Essa resposta foi influenciada pelas características culturais, tanto as modernas como as herdadas, que podem ser identificadas e analisadas de modo a explicar as reacções públicas ao acontecimento. Propõe‑se um novo modelo em que a cultura e a história se combinam com os perigos físicos para influenciar a vulnerabilidade.

  7. Trajetórias de mulheres na ciência: "ser cientista" e "ser mulher"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiane Ferreira da Silva

    2014-04-01

    Full Text Available O artigo aborda a trajetória acadêmica e profissional de mulheres na ciência. A produção de entrevistas com mulheres cientistas atuantes em universidades públicas e numa instituição de pesquisa do Rio Grande do Sul constitui o corpus de análise deste estudo. Na análise, chamamos a atenção para o poder que atravessa as relações sociais constituindo identidades e diferenças que geram preconceitos de gênero. Nas narrativas, emergiu a negação do preconceito, o reconhecimento de "brincadeiras" sexistas que não são percebidas como preconceito, e situações explícitas de preconceito de gênero. Outro aspecto evidenciado refere-se à necessidade de conciliar a profissão com as responsabilidades familiares, que implicou jornadas parciais de trabalho, o adiamento ou recusa da maternidade. No artigo, argumentamos que a trajetória das entrevistadas na ciência foi e é construída em um ambiente baseado em valores e padrões masculinos, que restringem, dificultam e direcionam a participação das mulheres na ciência.

  8. Dimensoes da vulnerabilidade para as familias da crianca com dor oncologica em ambiente hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Graca Corso da Motta

    2013-09-01

    Full Text Available Identificar aspectos que demonstrem as dimensões da vulnerabilidade no universo familiar na ótica da família de crianças com dor oncológica em ambiente hospitalar Trata-se de um estudo descritivo exploratório com abordagem qualitativa, realizada na Unidade de Hematologia e Oncologia Pediátrica, de um hospital de grande porte da cidade de Porto Alegre - RS. Participaram do estudo nove famílias, utilizando-se para coleta dos dados o Método Criativo Sensível, por meio das dinâmicas de criatividade e sensibilidade, analisadas conforme o referencial da Análise de Conteúdo de Minayo, nos meses de Maio e Junho de 2010 Constatou-se que a doença traz à tona situações de vulnerabilidade, conferindo à criança e à família, sofrimento, dor, medo, angústia, desgaste físico e mental, causados pelo câncer. Assim, a Enfermagem, ao apropriar-se do marco conceitual da vulnerabilidade, pode visualizar novas dimensões do processo saúde/doença auxiliando a criança doente e sua família.

  9. Autonomia em movimento : análise da trajetória das relações do movimento de mulheres com os partidos políticos na Nicarágua pós-revolucionária

    OpenAIRE

    Humberto Mario Meza

    2015-01-01

    A presente pesquisa visa investigar as relações políticas costuradas pelo movimento de mulheres da Nicarágua com os partidos políticos representativos da esquerda, após a chegada da Frente Sandinista (FSLN) ao governo nacional em 2007. Durante os anos que a FSLN se manteve fora do poder - entre o fim da revolução popular em 1990 até a volta de Daniel Ortega na Presidência do país em janeiro de 2007 - as mudanças que o partido traçou para se desempenhar como a maior oposição do país se caracte...

  10. Percursos de mulheres, trabalho, família e participação associativa no grande Porto

    OpenAIRE

    2012-01-01

    Recensão crítica do livro Percursos de mulheres, trabalho família e participação Associativa no grande Porto que aborda as questões da conciliação da vida pessoal, familiar e profissional das mulheres, em diferentes contextos de trabalho.

  11. Vulnerabilidade e envelhecimento no contexto da saúde Vulnerabilidad y envejecimiento en el contexto de la salud Vulnerability and aging in the health context

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Aparecida Paz

    2006-09-01

    Full Text Available O envelhecimento da população associa-se a importantes transformações sociais e econômicas, bem como à mudança no perfil epidemiológico e, conseqüentemente, nas demandas dos serviços de saúde. Nessa perspectiva, realizou-se este estudo, buscando, a partir da pesquisa bibliográfica das áreas temáticas envelhecimento e vulnerabilidade, identificar os elementos que contribuem para a vulnerabilidade individual, social e programática das pessoas idosas. Realizou-se uma incursão pela literatura, sendo selecionadas as bibliografias temáticas para envelhecimento e vulnerabilidade. Com a visão abrangente, apropriada desses conceitos, é possível propor uma reconstrução ampliada e reflexiva das práticas em saúde relacionadas à prevenção de agravos e promoção da saúde, visto que os problemas-alvo são as suscetibilidades populacionais que demandam respostas sociais e profissionais.El envejecimiento de la población se asocia a importantes transformaciones sociales y económicas así como también a importantes cambios en el perfil epidemiológico y consecuentemente, en las demandas de los servicios de salud. En esa perspectiva, se realizó un estudio, buscando identificar a partir de la investigación bibliográfica de las áreas temáticas envejecimiento y vulnerabilidad, los elementos que contribuyen a la vulnerabilidad individual, social y programática de las personas ancianas. Se incursionó en la literatura, siendo seleccionadas las bibliografías temáticas para envejecimiento y vulnerabilidad. Con la visión amplia, apropiada de esos conceptos, es posible proponer una reconstrucción reflexiva de las prácticas en salud relacionadas a la prevención de afecciones y promoción de la salud, dado que los problemas blanco son las susceptibilidades poblacionales que demandan respuestas sociales y profesionales.The aging of the population is associated with important social and economic changes, as well as with changes in the

  12. O papel das ONGs na construção de políticas de saúde: a Aids, a saúde da mulher e a saúde mental The role of NGOs in designing public health policies: the Aids epidemic, women's health and mental health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvia Ramos

    2004-12-01

    Full Text Available Este artigo analisa iniciativas da sociedade civil na elaboração de políticas de saúde no Brasil a partir do exame de três casos em que a atuação de organizações não-governamentais teve papel relevante nas três últimas décadas: a epidemia de Aids, a saúde da mulher e a reforma psiquiátrica. Situa o surgimento das ONGs no contexto dos movimentos de participação civil no Brasil, identifica suas características distintivas em relação a outras formas de associação e compara as trajetórias específicas nos casos da Aids, da saúde da mulher e do movimento psiquiátrico. O texto indica dilemas comuns ao campo das organizações não-governamentais no final dos anos 90 e aponta a necessidade de estudos sobre a participação de organizações da sociedade civil no desenvolvimento de políticas sociais, em especial das políticas contra a violência.This article evaluates a series of civil society initiatives concerning the design of Brazilian public health policies stemming from the analysis of three cases in which non-governmental organizations played a significant role in the three last decades: the Aids epidemic, women's health and the psychiatric reform. It studies the birth of NGOs in the context of civil society participation in the country, it identifies its distinctive characteristics in relation to other forms of association and it compares their specific paths in the case of Aids, women's health and the psychiatric movement. It points to common dilemmas in the field of NGOs at the end of the 1990's and the need for studies about the participation of civil society organizations in the development of social public policies, specially in the area of public policies concerning violence.

  13. O aleitamento materno na perspectiva da vulnerabilidade programática e do cuidado La lactancia materna desde la perspectiva de la vulnerabilidad programática y de cuidado Breastfeeding from the perspective of programmatic vulnerability and care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Ricardo de Carvalho Mesquita Ayres

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi analisar criticamente, com base em experiências e reflexões narradas por profissionais de saúde, ações, situações e decisões que envolvem o aleitamento materno no âmbito dos serviços de saúde, examinando aspectos que favorecem ou restringem possibilidades de amamentação. Estudo qualitativo, baseado no quadro conceitual da vulnerabilidade e do cuidado em saúde, utilizou grupos focais e entrevistas com 25 profissionais participantes do Comitê de Aleitamento Materno, em Londrina, Paraná, Brasil. O material produzido foi elaborado de forma compreensivo-interpretativa, com foco nas questões que envolvem o processo de amamentar, seus caminhos e decisões. O estudo traz elementos para entender que a maneira como as mães e famílias lidam com o aleitamento materno está ligada ao modo como as práticas estão organizadas e com os aspectos individuais e sociais, demandando integração entre saberes práticos e técnico-científicos. Retrata a complexidade do cuidado em saúde da mulher e da criança, possibilitando uma aproximação mais rica ao cotidiano da assistência e das estratégias adotadas.El objetivo del estudio, basado en las experiencias de los profesionales de la salud, fue analizar críticamente las acciones, situaciones y decisiones que implican la lactancia materna en los servicios de salud, los aspectos que generan o limitan las posibilidades de lactancia. Se trata de un estudio cualitativo, basado en la teoría conceptual de la vulnerabilidad y el cuidado a la salud. Los datos se obtuvieron por grupos focales y entrevistas, incluyendo a 25 profesionales del comité de lactancia materna en Londrina, Paraná, Brasil. Los datos se analizaron con un enfoque global e interpretativo, centrándose en cuestiones que involucran la práctica de la lactancia materna, sus circunstancias y decisiones. El estudio resalta elementos, con el fin de comprender la manera en la que las madres y familias afrontan

  14. Women victims of sexual violence: adherence to chemoprevention of HIV Mujeres víctimas de la violência sexual: adhesión a la quimioprofilaxia del HIV Mulheres vítimas de violência sexual: adesão à quimioprofilaxia do HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Normélia Maria Freire Diniz

    2007-02-01

    ón.O estudo teve como objetivo avaliar a adesão de mulheres vítimas de violência sexual ao tratamento de quimioprofilaxia do HIV. É um estudo quantitativo que teve como lócus o Serviço de Atenção a Pessoas em Situação de Violência Sexual em Salvador (Bahia. Participaram do estudo 172 mulheres. A coleta de dados foi realizada através de entrevista com formulário e consulta aos prontuários. Os resultados mostraram que 45,4% das mulheres violentadas eram adolescentes e o estupro acometeu 40,7% das atendidas. Apenas 54% das mulheres tinham indicação para o uso de anti-retrovirais para a prevenção do HIV. Houve adesão ao tratamento de 57,4% e a taxa de descontinuidade correspondeu a 42,6%. A não-adesão foi atribuída aos transtornos psíquicos e/ou emocionais e à não compreensão do tratamento instituído. Portanto, há necessidade de um olhar atento dos profissionais a fim de perceber as condições que implicarão no aumento da vulnerabilidade das mulheres à infecção.

  15. Questões invisíveis e as histórias contadas por jovens: deficiência intelectual e vulnerabilidade ao HIV/aids

    OpenAIRE

    2010-01-01

    O presente estudo, de natureza qualitativa, teve como objetivo conhecer e analisar os aspectos que influenciam na vulnerabilidade ao HIV/aids, nos três eixos: individual, social e programático, de jovens com deficiência intelectual, acima de 18 anos, por intermédio de relatos individuais de suas vidas e cotidiano. Vulnerabilidade é o movimento de considerar a chance de exposição das pessoas ao adoecimento como resultante de um conjunto de aspectos não apenas individuais, mas também coletivos,...

  16. Freqüência de realização e acurácia do auto-exame das mamas na detecção de nódulos em mulheres submetidas à mamografia Frequency of performance and accuracy of breast self-examination in the detection of breast lumps in women who underwent mammographic examination

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Álvaro A. Borba

    1998-02-01

    Full Text Available Realizamos um estudo transversal prospectivo cujo objetivo foi avaliar a acurácia do auto-exame de mamas (AEM na detecção de nódulos mamários palpáveis e a relação com sua freqüência. Foram entrevistadas 2672 mulheres que realizaram mamografia na Região do Vale dos Sinos/RS no período de janeiro de 94 a julho de 97, questionando-se quanto à freqüência da realização de AEM. As mulheres foram divididas em dois grupos: grupo I (mensalmente, grupo II (quase nunca. As mulheres que relataram realizar o AEM ocasionalmente foram excluídas da análise principal. Foi perguntado à paciente se ela ou seu médico haviam palpado alguma lesão mamária. Comparou-se os achados de palpação da paciente com os do médico (relatados pela paciente. A sensibilidade do AEM foi maior no grupo I comparado ao II (57,4% versus 33,3%; P We conducted a prospective cross-sectional study to evaluate the accuracy of the breast self-examination (BSE in the detection of palpable breast lumps and the relation to its frequency of performance. Two thousand six hundred and seventy two women who have had a mammogram in a private clinic in Vale dos Sinos-RS between January 1994 and July 1997 were asked about BSE performance frequency. They were divided in two groups: group I (monthly, group II (almost never. The women who referred performing BSE on a occasional basis were excluded from the main analysis. The woman was asked wheter she or her physician had palpated something in her breasts. The patient's BSE findings were compared with those of her physician (based on the patients' report. The sensitivity of the BSE was higher in group I compared to group II (57.4% versus 33.3%; rho<0.05. We concluded that there is an association between frequency of performance and sensitivity of BSE to detect breast lumps.

  17. Características das mulheres violentadas sexualmente e da adesão ao seguimento ambulatorial: tendências observadas ao longo dos anos em um serviço de referência em Campinas, São Paulo, Brasil Characteristics of women victims of sexual violence and their compliance with outpatient follow-up: time trends at a referral center in Campinas, São Paulo State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Tadayuki Oshikata

    2011-04-01

    Full Text Available A violência sexual é um crime praticado contra a integridade e a liberdade sexual de uma pessoa. Atinge mulheres de todos os níveis socioeconômicos, e o agressor não escolhe a cor e nem a idade da vítima para agredi-las. É causa de elevado custo financeiro ao país e grave problema de saúde pública. Este estudo teve como objetivo avaliar a evolução da adesão de mulheres vítimas de violência sexual ao seguimento ambulatorial, as quais foram atendidas no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas, entre janeiro de 2000 a dezembro de 2006. Observamos um aumento significativo no retorno às consultas agendadas. Em 2000, 41% das mulheres completavam o seguimento de seis meses, e, em 2006, o índice aumentou para 70%. Cerca de 70% das mulheres compareceram nas primeiras 24 horas após serem agredidas; a agressão por conhecidos triplicou ao longo dos anos. Houve mudanças na forma de intimidação e diminuição significativa na prescrição da anticoncepção de emergência.Sexual violence is a crime against individual integrity and sexual freedom. It affects women of all socioeconomic levels, and the perpetrator does not choose the victim's color or age. It is a source of high financial cost and a serious public health problem in Brazil. The current study aimed to assess compliance with outpatient follow-up by women victims of sexual violence treated at the Center for Women's Comprehensive Healthcare at the State University in Campinas, São Paulo State, from January 2000 to December 2006. We observed a significant increase in the return for scheduled appointments. In 2000, 41% of the women completed the six-month follow-up, and by 2006 the proportion had increased to 70%. Some 70% of the women appeared for treatment within 24 hours after being raped. Sexual assault by perpetrators known to the victims tripled during this same period. There were changes in the forms of intimidation and a

  18. Conseqüências do uso de métodos anticoncepcionais na vida das mulheres: o caso da laqueadura tubária Impact of contraceptive methods on women's lives: the case of tubal ligation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Duarte Osis

    1999-09-01

    Full Text Available Investigaram-se as conseqüências da laqueadura tubária, a longo prazo, na vida de mulheres residentes em Campinas, São Paulo. Aplicando-se um questionário estruturado e pré-testado, entrevistaram-se mulheres de trinta a 49 anos de idade, 236 laqueadas há pelo menos cinco anos e o mesmo número de não laqueadas. Os grupos foram comparados quanto à sua satisfação com o método anticoncepcional em uso, aos benefícios e prejuízos a ele atribuídos, ao possível arrependimento e à percepção de seus efeitos sobre a saúde, corpo, menstruações, vida sexual, afetiva e familiar, trabalho, estudos, situação econômica e autovaloração. Criaram-se escores para comparar os grupos quanto a conhecimento sobre métodos anticoncepcionais, amor próprio/auto-estima/competência, bem-estar/qualidade de vida, relacionamento com o parceiro, questões de gênero. A satisfação com o método em uso foi significativamente maior entre as mulheres laqueadas, embora tenham sido as que mais referiram arrependimento. Estas também atribuíram mais freqüentemente ao método melhora na vida sexual e na situação econômica; por outro lado, relataram um efeito negativo sobre suas menstruações. Não se verificaram diferenças significativas quanto aos escores avaliados.This study focused on the long-term consequences of tubal ligation on women's lives. Women 30 to 49 years old living in Campinas, State of São Paulo (Brazil, were interviewed: 236 sterilized at least five years prior to the interview and 236 non-sterilized women. Their experiences with the currently used contraceptive methods were compared with regard to satisfaction, benefits, and damage attributed to the method, feelings of regret, and perception of effects on their health, body, menstruation, sex, affective and family life, job, studies, economic status, and self-esteem. Scores were created to compare the groups in relation to self-esteem, well-being/quality of life, relationship

  19. Resultados das técnicas de reprodução assistida em mulheres doadoras de oócitos no ciclo de tratamento Outcome of assisted reproductive technologies in women with oocyte donation in the treatment cycle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edvaldo Cavalcante

    2005-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar os resultados de ciclos de reprodução assistida em mulheres doadoras de oócitos no ciclo de tratamento com o de mulheres não doadoras. MÉTODOS: foram avaliadas, retrospectivamente, as taxas de gravidez, implantação e abortamento de 50 pacientes que doaram oócitos durante o ciclo de reprodução assistida (grupo de doadoras e de 50 pacientes que não doaram oócitos (grupo de não-doadoras, em clínica privada de reprodução assistida em São Paulo, entre os anos de 2001 e 2003. Os critérios de inclusão no estudo foram os seguintes: idade menor que 35 anos; ciclos menstruais regulares; dosagem basal de FSH0,05. CONCLUSÃO: em pacientes que recuperam mais de seis oócitos, a doação de oócitos no ciclo de tratamento não prejudica os resultados dos ciclos de reprodução assistida e não eleva as taxas de abortamento.PURPOSE: to compare the outcome of treatment in patients undergoing assisted reproductive technology (ART cycles who donated eggs during their own ART treatment with the outcome of patients undergoing ART without egg donation. METHODS: we studied retrospectively the pregnancy and implantation rates of 50 patients who donated eggs during the course of their ART treatment (donor group, and the pregnancy and implantation rates of 50 patients who underwent ART cycles and kept all their eggs (non-donor group. between the years 2001-2003. The inclusion criteria used were as follows: age 0.05. CONCLUSION: this study suggests that in patients who produce more than 6 oocytes, egg donation in the treatment cycle does not influence adversely the outcome of ART cycles and does not increase the miscarriage rate.

  20. Processo de viver humano e a enfermagem sob a perspectiva da vulnerabilidade Proceso de la vida humana y de enfermería desde la perspectiva de la vulnerabilidad Human living process and nursing from the vulnerability perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Couto Carvalho Barra

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Trata-se de um estudo de revisão integrativa objetivando analisar os artigos que abordam o tema vulnerabilidade em saúde e enfermagem, divulgados em periódicos nacionais e internacionais. MÉTODOS: A pesquisa foi realizada nas bases de dados MEDLINE, CINAHL e SciELO, abrangendo o período de 2004 a 2008, utilizando os descritores Vulnerabilidade, Vulnerabilidade em saúde, Populações vulneráveis associados ao descritor Enfermagem, sendo selecionados 24 artigos para análise. RESULTADOS: A caracterização dos estudos permitiu descrever um breve histórico do conceito de vulnerabilidade e extrair suas contribuições para a prática de enfermagem. CONCLUSÃO: A partir das diversas abordagens e perspectivas do conceito de vulnerabilidade, considera-se importante que a enfermagem aproprie-se desse conceito para contribuir com a renovação das práticas de cuidado, podendo conferir maior integralidade e equidade às ações de saúde.OBJETIVOS: Se trata de un estudio de revisión integradora com el objetivo de analisar los artigos que abordan el tema, vulnerabilidad en la salud y enfermería publicados en revistas nacionales y internacionales. MÉTODOS: La encuesta fue realizada en MEDLINE, CINAHL e SciELO, abarcando el período de 2004 a 2008, utilizando los descriptores Vulnerabilidad, Vulnerabilidad en salud, Poblaciones vulnerables asociados con el descriptor Enfermería, siendo seleccionados 28 artículos para análisis. RESULTADOS: La caracterización de los estudios permitió una breve historia que describe el concepto de vulnerabilidad extrayendo sus contribuciones a la práctica de enfermería. CONCLUSIÓN: De las diversas abordajes y perspectivas del concepto de vulnerabilidad, es importante que el enfermero adquiere la propiedad de este concepto para contribuir a la renovación de las prácticas de cuidado, pudiendo dar major integralidad y equidad a las acciones de salud.OBJECTIVE: This is an integrative review study

  1. Mulher, saúde e trabalho no Brasil: desafios para um novo agir

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aquino Estela Maria L. de

    1995-01-01

    Full Text Available Apesar do marcante aumento da participação das mulheres no mercado de trabalho, no Brasil, persiste um desconhecimento generalizado sobre os efeitos do trabalho sobre sua saúde. Neste artigo, em revisão da literatura, pretendeu-se identificar questões teóricas e metodológicas na análise das relações entre trabalho e saúde de mulheres a partir de uma perspectiva de gênero. Assinala-se as características da inserção profissional feminina, decorrentes de seu papel na reprodução social, que resultam na necessidade de estratégias variadas de conciliação entre as atividades profissionais e as domésticas. Discute-se as implicações da inserção social das mulheres trabalhadoras para a sua saúde e a necessidade de repensar criticamente teorias e conceitos, estratégias metodológicas, fontes de informação, para dar conta da complexidade e das especificidades das condições de trabalho e de existência das mulheres. A recente atuação das mulheres sindicalistas na defesa do direito ao corpo, à saúde e à feminilidade no ambiente de trabalho não pode prescindir de um novo olhar, que se produz de modo ainda incipiente no espaço acadêmico, por inspiração do movimento social de mulheres. Nesse sentido, apontam-se os desafios para a produção do conhecimento sobre o tema, que desvendem as singularidades da realidade nacional, caracterizada pelo desemprego, o trabalho informal, os baixos salários, a fragilidade das organizações sindicais e sociais, além de relações tradicionais familiares e matrimoniais.

  2. As mulheres protestantes: educação e sociabilidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizete da Silva

    2015-01-01

    Full Text Available A Reforma Protestante atraiu um significativo número de mulheres, resultante de uma inovação doutrinária, o sacerdócio universal do cristão que nivela homens e mulheres diante de Deus, comissionando-os igualmente para a vocação cristã, o serviço divino, estendido a todos os cristãos. A leitura e o estudo bíblico, no vernáculo, como uma necessidade do fiel protestante permitiu a muitas mulheres o acesso à leitura e uma forte motivação para que elas se alfabetizassem, permitindo a realização de atividades eclesiásticas e o exercício de práticas de sociabilidades. Com a publicação da Bíblia da Mulher no final do século XIX, organizadamente, passaram a reivindicar espaços e direitos. Entre os protestantes brasileiros, no que pese a ausência do pastorado feminino e o contexto social restritivo, muitas mulheres exerceram liderança e desempenharam atividades intelectuais em suas comunidades. Algumas foram eximias educadoras, musicistas e missionárias. Participavam da Escola Dominical e das sociedades femininas, as quais abrangiam as diversas faixas etárias.

  3. VULNERABILIDADE DA ZONA COSTEIRA DE PITITINGA/RN, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Queiroz de Lima

    2013-01-01

    Full Text Available Este trabajo presenta un estudio sobre la vulnerabilidad natural y ambiental de la región costera de Pititinga, Rio do Fogo/RN. Para el análisis de vulnerabilidad se consideraron los aspectos del medio físico incluyendo geología, geomorfología y pedología, el medio biótico fue representado por el tema vegetación y lo medio antrópico fue realizada con el tema uso y ocupación del suelo. El procedimiento metodológico para generar los mapas ha involucrado visitas de campo, foto-interpretación y análisis espacial en ambiente de Sistema de Informaciones Geográficas (SIG. Para generar el mapa de vulnerabilidad natural, se cruzaron los mapas del medio físico (un híbrido de los mapas de geología, pedología y geomorfología con el mapa de vegetación, mientras la vulnerabilidad ambiental consistió en el cruzamiento de los mapas de vulnerabilidad natural y de uso y ocupación del suelo. El mapa de vulnerabilidad natural señaló un predominio de los ambientes con baja (29,6% y media (42,4% vulnerabilidad, destacando las dunas frontales y móviles con mayor vulnerabilidad. Este resultado muestra la posibilidad de uso y ocupación de hasta 72% del territorio, través de un planteamiento y ordenamiento de las actividades. El mapa de vulnerabilidad ambiental reveló una preponderancia de áreas con vulnerabilidad muy bajas (29,2% y bajas (53,8%, dejándonos inferir que la área de estudio fue relativamente poco modificada por la acción humana.

  4. Adolescencia y escuela en escenarios de vulnerabilidad

    OpenAIRE

    Elgarte, Roberto Julio; Borel, María Cecilia; Fabrizi, Jorgelina; Negrete, María Andrea

    2009-01-01

    La desigualdad educativa puede resultar una expresión de situaciones de vulnerabilidad social, en particular por lo que implica desde el punto de vista de la propia percepción de las oportunidades –o la ausencia de ellas– laborales y de prosecución de estudios superiores de los jóvenes que cursan el primer año del secundario superior. La presente ponencia se enmarca en los recorridos realizados como grupo de investigación interdisciplinario sobre el PGI “Constitución de la subjetividad adoles...

  5. Sida e a mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Chaves

    2016-02-01

    Full Text Available Os padrões epidemiológicos da pandemia do VIH/SIDA estão a mudar, fazendo prever que, nos próximos anos, o ratio homem/mulher seja de 1:1. Isto é tanto mais verdade em localizações geográficas onde a transmissão do vírus por via heterossexual é a predominante, com particular relevância para os países em vias de desenvolvimento. De entre estes, África merece destaque, já que aí as cifras assustadoras relativas a esta doença traduzem, de facto, a precariedade da condição de mulheres e crianças.  As mulheres são, no presente, o grupo mais vulnerável à SIDA, não só pelas suas condições anatomofisiológicas, mas também pela sua situação social, económica e cultural. O seu papel na família, como cuidadora, parceira sexual e, eventualmente, mãe coloca-as face aos desafios de uma doença que, apesar de crónica, tem, ainda hoje, um desfecho fatal.  Simultaneamente vítima e portadora/mensageira da doença, a mulher é confrontada com os seus comportamentos passados ("vítima culpada" ou acaba por se ver presa numa teia de contaminações sucessivas. Com frequência, começa por ser contaminada pelo seu parceiro sexual (muitas vezes, como verdadeira "vítima inocente", já que desconhece condutas e passado do homem com quem vive, tornando-se, depois, ela própria, transmissora da doença aos filhos que, provavelmente, tanto quis proteger. Em 80% dos casos de SIDA pediátrica a génese pode ser encontrada na transmissão vertical.

  6. A mulher invisível: sentidos atribuídos à mulher e ao trabalho na gerência intermediária.

    OpenAIRE

    2012-01-01

    Esta pesquisa teve por objetivo explorar os sentidos que a mulher gerente intermediária atribui a si própria e ao trabalho nesta posição hierárquica. Nos Estudos Organizacionais, existe uma ampla literatura que investiga a mulher, tratando das desigualdades, discriminações e desafios enfrentados por ela no contexto da empresa; existe também a bibliografia que trata da gerência intermediária e das particularidades desta posição na organização. No entanto, são poucos os estudos que tratam da mu...

  7. As mulheres em sua família: Mesopotâmia, 2º milênio a.C.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brigitte Lion

    2005-12-01

    Full Text Available As fontes cuneiformes do 2º milênio a.C. fornecem uma abundante documentação sobre as mulheres mesopotâmicas. A partir dos códigos de leis e de numerosos arquivos privados, é possível reconstituir a vida das mulheres comuns em seu quadro familiar. Este artigo analisa a condição feminina através dos diferentes costumes matrimoniais, da situação econômica das mulheres, bem como de suas atividades no interior do lar.

  8. Autonomia e vulnerabilidade na vida dos adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata R. de Oliveira

    2007-05-01

    Full Text Available Este trabalho foi realizado com a finalidade de estabelecer relações entre os princípios éticos da autonomia e vulnerabilidade e a vida de adolescentes, pessoas reconhecidamente passíveis de síndromes depressivas, uso abusivo de drogas ilícitas, alcoolismo e tabagismo. Famílias desestruturadas, pais ausentes, companhia de amigos que levam a diferentes vícios, facilidade de acesso a fontes desencontradas de informações e uma sociedade indiferente afetam o desenvolvimento normal dos jovens. Considera-se, ainda, o grande desafio apresentado a profissionais de saúde em agir na busca de reduzir a vulnerabilidade dos adolescentes e permitir que os mesmo usem de autonomia com responsabilidade na tomada de decisões em suas vidas pessoais. O cuidado com os mesmos deve ser mais integral e ativo e a sociedade ainda não reconheceu adequadamente a importância de cuidar do desenvolvimento saudável desse imenso contingente humano.

  9. Os direitos civis das mulheres casadas no Brasil entre 1916 e 1962: ou como são feitas as leis Civil rights for married women in Brazil, from 1916 through 1962: or better, how laws are made

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Cristina de Novaes Marques

    2008-08-01

    Full Text Available A historiografia sobre transformações culturais associa modificações no modelo de família a mudanças econômicas de ordem estrutural, tal como industrialização e crescimento da população urbana. A sociedade brasileira mudou radicalmente da segunda metade do século XIX aos anos 1950. Ainda assim, foi preciso um processo de decisão amadurecido no Congresso para ajustar o país legal ao país real. Este artigo examina um aspecto dessa separação: o poder que os maridos detinham como tutores de suas esposas. Em termos metodológicos, são examinados os debates parlamentares sobre direitos de mulheres casadas em dois momentos históricos: nos anos 1930 e 1950.The branch of historiography that studies cultural changes relates modifications to family models and structural economical changes, such as industrialization and growth of urban life. Brazilian society, for instance, changed radically between the second half of the 19th Century and the 1950s. Even so, adjustments between legality and reality took a long time to mature in the Parliament. This article examines one aspect of such discrepancies between legal and real world: the tutorial power of husbands over their wives. In methodological terms, the article analyzes parliamentarian debates on women's civil rights in two moments of the history of Brazilian political institutions: in the1930s and in the 1950s. It examines which forces interacted to make institutional changes concerning women in Brazil along this period a viable option.

  10. Percepção das mulheres acerca do contato precoce e da amamentação em sala de parto Opinión de las mujeres referente al contacto precoz y lactancia materna en sitio del parto Women's perception concerning the early contact and breastfeeding in childbirth room

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Cristina dos Santos Monteiro

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: conhecer e analisar as vivências das mulheres relacionadas ao quarto passo da Iniciativa Hospital Amigo da Criança, em uma maternidade de Ribeirão Preto. MÉTODOS: Foi utilizada a abordagem qualitativa. Os dados foram coletados através de entrevistas semi-estruturadas e analisados através da análise de conteúdo, modalidade temática. RESULTADOS: Participaram 23 mulheres que relataram que, mesmo estando em situação inadequada devido ao cansaço e à dor, elas aceitam com resignação e entendem o momento como importante para o bebê. Além disso, receber a criança pela primeira vez causa impacto e surpresa. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A assistência mostra-se limitada aos aspectos práticos do cumprimento do quarto passo, sem considerar os reais sentimentos das mulheres, sendo necessário o desenvolvimento de habilidades de comunicação e empatia pelo profissional de saúde.OBJETIVO: conocer y analizar las vivencias de las mujeres relacionadas al cuarto paso de la Iniciativa Hospital Amigo da Criança, en una maternidad de Ribeirão Preto. MÉTODOS: Fue utilizado el abordaje cualitativo. Los datos recolectados por medio de entrevistas semi-estructuradas fueron analizados a través del análisis de contenido, modalidad temática. RESULTADOS: Participaron 23 mujeres las cuales relataron que, aun estando en situación inadecuada debido al cansancio y al dolor, aceptan con resignación y entienden el momento como importante para el bebé. Además, recibir al niño por primera vez causa impacto y sorpresa. CONSIDERACIONES FINALES: La asistencia se muestra limitada a los aspectos prácticos del cumplimiento del cuarto paso, sin considerar los reales sentimientos de las mujeres, siendo necesario el desarrollo de habilidades de comunicación y empatía del profesional de salud.OBJECTIVE: To describe women's experiences with the fourth step of the Hospital Baby Friendly Initiative. METHODS: A qualitative study was undertaken to collect

  11. BEM-ESTAR SUBJETIVO EM PARTICIPANTES DO PROGRAMA MULHERES MIL, NA CIDADE DE BARBACENA - MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabianne Furtado

    2012-09-01

    Full Text Available Introdução: as mulheres já são mais da metade da população brasileira. Entretanto, na hora da busca pelo emprego, o público feminino está em desvantagem. Muitas não tem qualificação e experiência profissional. O Programa Mulheres Mil foi implantado nos Institutos Federais (IFs com o objetivo de oferecer as bases de uma política social de inclusão, por meio do qual as mulheres em situação de vulnerabilidade social tem acesso à educação profissional, emprego e renda. Objetivo: avaliar o bem-estar subjetivo em participantes do Programa Mulheres Mil, na cidade de Barbacena-MG. Métodos: Após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa, 41 mulheres de 5 bairros distintos da cidade de Barbacena foram selecionadas, de acordo com critérios de inclusão pré-determinados. No dia da matrícula, responderam, por meio de entrevista, ao Questionário de Saúde Geral e às escalas de Autoestima, de Ansiedade e Depressão, de Afetos Positivos e Negativos e de Satisfação com a Vida, todos cientificamente validados para uso no Brasil. Posteriormente, após 3 e 6 meses de participação no Programa, todas as mulheres foram reavaliadas. Resultados: nos 3º e 6º meses, as alunas apresentaram melhora nos itens que avaliaram a saúde geral. Apesar de estatisticamente não significante, clinicamente a satisfação com a vida progrediu favoravelmente durante a participação no Programa.

  12. Vulnerabilidade Sócio Ambiental de Pescadores e Marisqueiras em S. Francisco do Conde/Ba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Almeida

    2016-12-01

    Full Text Available A partir da identificação dos determinantes socioambientais em saúde, este estudo tem como objetivo mapear aspectos relativos aos riscos e vulnerabilidade social e ambiental de um grupo de pescadores e marisqueiras no município de São Francisco do Conde, região metropolitana de Salvador, Ba. Com o propósito de colaborar na formulação de políticas públicas voltadas a promoção da qualidade de vida das marisqueiras e pescadores artesanais, tomou-se como base 2 diagnósticos complementares: o ambiental e sócio demográfico. Foi verificado a qualidade microbiológica das águas, presença de metais pesados nos sedimentos, mariscos e peixes; contaminantes microbiológicos do esgoto doméstico e 6 metais pesados mais comuns nos efluentes industriais. O diagnóstico sócio demográfico levantou as condições de trabalho e habitação além de aspectos relativos à saúde. Aliados à observação de campo e estudos similares, constatou-se que o oficio da pesca e coleta de mariscos, vem sofrendo declínio enquanto atividade ligada a tradição, despertando pouco interesse das gerações mais jovens, além das características artesanais que restringem sua inserção no modo de produção capitalista. Resultados indicam comprometimento do ecossistema costeiro, o manguezal, pela contaminação por metais pesados e coliformes fecais que potencializam os agravos de ordem ocupacional, decorrentes da ergonomia e exposição à contaminação. Refere-se ainda as condições de habitabilidade destes sujeitos e sua condição de invisibilidade que recorrentemente fortalece e amplia o grau de vulnerabilidade social e ambiental. Assim, as raízes negras do município, manifestadas na composição da população, encontra-se ameaçada face a vulnerabilidade social das comunidades, grupos remanescentes e seus descendentes.

  13. Perspectiva das mulheres na avaliação do Programa de Humanização do Pré-Natal e Nascimento Perspectiva de las mujeres en la evaluación del Programa de Humanización del Pre-natal y Nacimiento Women's perspective in the evaluation of the Program for the Humanization of Antenatal Care and Childbirth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Andréa Locatelli de Almeida

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a importância da inclusão da perspectiva das mulheres na avaliação do Programa de Humanização do Pré-Natal e Nascimento. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Estudo qualitativo realizado em base a dados primários coletados para a avaliação do Programa de Humanização do Pré-Natal e Nascimento, do Ministério da Saúde, em 2003, em sete municípios das cinco regiões do Brasil, selecionados a partir de dados extraídos de sistemas de bancos de dados oficiais já existentes. Um dos atores considerado fundamental para a coleta de informações foi a mulher atendida pelo Programa, abordada por meio de dezesseis grupos focais realizados em unidades de saúde. Para o tratamento dos dados empíricos foi utilizado o método do Discurso do Sujeito Coletivo. A análise e discussão foram realizadas com o apoio dos conceitos em saúde pública de acessibilidade e Saúde Paidéia. ANÁLISE DOS RESULTADOS: O Programa estudado normatiza para todos os serviços de saúde do país os procedimentos para a atenção ao pré-natal e o parto e os fluxos a serem observados. A análise do discurso das gestantes, nos grupos focais realizados, trouxe clareza quanto à dissonância existente entre muitas dessas recomendações e os desejos e necessidades da mulher, o que faz com que ela procure traçar para si um outro fluxo de atendimentos. Esta ocorrência traz prejuízos ao vínculo que estabelece com o serviço de saúde, além de dificuldades de controle pelo serviço do seguimento real que está sendo oferecido. CONCLUSÕES: A reflexão realizada do Programa, tomando por base a perspectiva das mulheres atendidas, identificou aspectos cuja consideração no momento da avaliação poderia resultar em maior efetividade e humanização do controle pré-natal oferecido.OBJETIVO: Analizar la importancia de la inclusión de la perspectiva de las mujeres en la evaluación del Programa de Humanización del Pre-natal y Nacimiento. PROCEDIMIENTOS

  14. Conhecimento das mulheres sobre o autoexame de mamas na atenção básica Conocimiento de las mujeres sobre el autoexamen de mamas en la atención Basic Women´s basic knowledge about breast self-examination

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verbena Santos Araújo

    2010-12-01

    Full Text Available O câncer de mama é um dos graves problemas de saúde pública pela sua alta incidência, importância epidemiologia e magnitude social. Este trabalho investigou o conhecimento das mulheres acerca do autoexame, através da detecção daquelas que o fazem e a sua periodicidade. Tratou-se de um estudo quantitativo, realizado na Estratégia Saúde da Família Pedreira I, em Campina Grande/PB. Direcionou-se às mulheres entre 30 e 39 anos, utilizando-se uma amostra de 20% do total de mulheres cadastradas na referida unidade. O material empírico foi obtido através de questionário, o qual foi submetido a uma análise temática e estatística. Os resultados apontaram que 94,59% das entrevistadas conhecem o câncer de mama, 83,7% relataram saber como se prevenir, 67% afirmaram realizar o autoexame, das quais apenas 16 % o fazem regularmente. Após a análise dos dados, observou-se que a maioria das mulheres ainda apresenta dúvidas em relação ao período de realização do autoexame, daí a importância de se fazer uma prevenção adequada. É primordial investir em políticas de saúde pública que informem e incentivem a prática do autocuidado, no período adequado, objetivando a prevenção e, consequentemente, a diminuição dos dados estatísticos notificados de câncer de mama.El cáncer de mama es uno de los graves problemas de salud pública dada su alta incidencia, importancia epidemiológica y magnitud social. Este trabajo investigó el conocimiento de las mujeres acerca del autoexamen, mediante la detección de aquellas que lo hacen y su periodicidad. Se trató de un estudio cuantitativo, realizado en la Estrategia de Salud de la Familia Pedreira I, en Campina Grande, Paraíba. Se orientó hacia mujeres entre 30 y 39 años, utilizando una muestra de 20% del total de las mujeres registradas en la referida unidad. El material empírico fue obtenido a través de un cuestionario, el cual fue sometido a análisis temático y estad

  15. "Vulnerabilidad sísmica del Puente Infiernillo II"

    OpenAIRE

    Galván Chávez, Arturo

    2011-01-01

    El puente Infiernillo II, ubicado en el estado de Michoacán, es el primer puente en México con un sistema de protección sísmica consistente en aisladores multirrotacionales sobre pilas y estribos. Por esta razón, es importante cuantificar la vulnerabilidad sísmica de esta estructura. "La vulnerabilidad sísmica es una propiedad intrinseca de la estructura descrita a través de una ley causa-efecto donde la causa es el sismo y el efecto es el daño (Sandi, 1986)." El modelo de vulnerabilidad pres...

  16. O processo de parto e nascimento: visão das mulheres que posuem convênio saúde na perspectiva da fenomenologia social El proceso del parto y nacimiento: visión de las mujeres con convenio salud en la perspectiva de la fenomenología social The process of labor and birth: a view from woman who have private healthcare plans in a social phenomenology perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Aparecida Barbosa Merighi

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo objetivou compreender o processo de parto e nascimento na perspectiva das mulheres que possuem convênio saúde. MÉTODOS: A partir das questões norteadoras: Como foi o processo de parto? Fale-me da assistência que recebeu. Foi como esperava?, analisou-se os dados segundo o referencial da Fenomenologia Social. RESULTADOS: Os resultados mostraram que essas mulheres puderam opinar sobre o tipo de parto, contar com a presença do marido na sala de parto e confiar no profissional que a assistiram. Para essas mulheres a experiência foi maravilhosa e gratificante. CONCLUSÕES: A vivência do processo de parto e nascimento, na perspectiva das mulheres que possuem convênio saúde difere dos sentimentos vivenciados pelas mulheres que não têm acesso a este tipo de atendimento. No entanto, independente do plano de saúde, não se pode negligenciar nem os direitos das usuárias, nem os deveres de uma assistência digna, que possa viabilizar o atendimento humanizado.OBJETIVO: En este estudio se tuvo como objetivo comprender el proceso del parto y nacimiento en la perspectiva de las mujeres con convenio salud. MÉTODOS: A partir de las preguntas norteadoras, ¿como fue el proceso del parto? Hábleme de la asistencia que recibió. Fue como esperaba?, se analizó los datos según el referencial de la Fenomenología Social. Resultados: Los resultados mostraron que esas mujeres pudieron opinar sobre el tipo de parto, contar con la presencia del marido en la sala de parto y confiar en el profesional que la asistieron. Para esas mujeres la experiencia fue maravillosa y gratificante. CONCLUSIONES: La vivencia del proceso del parto y nacimiento, en la perspectiva de las mujeres con convenio salud difiere de los sentimientos vivenciados por las mujeres que no tienen acceso a este tipo de atención. Entre tanto, independiente del plan de salud, no se puede negligenciar ni los derechos de las usuarias, ni los deberes de una asistencia digna

  17. Mulher, direito e saúde: repensando o nexo coesivo Women, rights and health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Maria Godoy Serpa da Fonseca

    1999-12-01

    Full Text Available Esse artigo é construído a partir de três elementos básicos: mulher, direito e saúde, articulados entre si a partir de: 1 considerações acerca das condições objetivas de constituição das mulheres enquanto sujeitos sociais na sociedade contemporânea; 2 direitos das mulheres como direitos humanos e 3 direito das mulheres à saúde no contexto da implementação do PAISM (Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, como focalização do SUS (Sistema Único de Saúde.That article is built from three basic elements: women, rights and health, articulated to each other starting from: 1 considerations concerning the objective conditions of the women's constitution as social subjects in contemporary society; 2 women's rights as human rights and 3 women's rights to health in the context of PAISM (Program of Integral Attention to the Woman's Health, as part of SUS (Unified System of Health.

  18. Agricultura comercial, tradicional y vulnerabilidad en campesinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirna Isela Vallejo Nieto

    2011-01-01

    Full Text Available Se estudió la vulnerabilidad a huracanes y sequías en seis unidades domésticas que practican agricultura tradicional (ECT y cuatro dedicadas a la agricultura comercial (ECC en Calakmul, Campeche. Se encontró que las unidades ECT tenían un sistema resiliente y flexible adaptado a condiciones locales. Las ECC tomaron más riesgos. Confiaron en su capacidad económica para rescatar suficiente cultivo comercial para vender y empezar un nuevo ciclo. La severidad y frecuencia de eventos ambientales extremos afectarán su sistema dependiendo del tamaño de sus ahorros y los intervalos de bajo precio.

  19. Vulnerabilidad y patrimonio biocultural en Tacotalpa, Tabasco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guadalupe del Carmen Álvarez Gordillo

    2016-01-01

    Full Text Available Estudio de caso en cuatro localidades del municipio de Tacotalpa, Tabasco. Se resalta la vulnerabilidad social y rescate del patrimonio biocultural ( PB , definido y construido por las poblaciones que lo reconocen en sus historias comunitarias y cotidianas, a partir de la revisión documental y talleres participativos de planeación estratégica hacia la gestión del riesgo de desastres y desarrollo local. Se concluye que la prioridad comunitaria fue rescatar el conocimiento sobre la agricultura tradicional – como construcción colectiva del PB . Las estrategias locales de desarrollo mantienen atados los elementos biológicos y sociales y fundamentan la vida cotidiana con cierta sustentabilidad.

  20. Sexuality of women attended in family health program: a social poetic production La sexualidad de las mujeres atendidas en el programa salud de la familia: una producción socio poética A sexualidade das mulheres atendidas no programa saúde da família: uma produção sociopoética

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Elidiana Araújo Gomes

    2008-06-01

    marco conceitual implica em reversão do modelo assistencial, envolvendo a valorização de maior autonomia dos sujeitos para atuarem na melhoria de suas condições de vida. A partir dessa perspectiva, diversos elementos das práticas de saúde precisam ser revistos, entre eles o da sexualidade. Sendo assim, objetivou-se, aqui, produzir conceitos de sexualidade a partir dos saberes das mulheres atendidas numa unidade de saúde. O estudo é qualitativo, utilizando a abordagem sociopoética. Os resultados apontam para a diversidade de afetos que envolvem o conceito de sexualidade, que vão além do aspecto biológico. Entende-se que este estudo pode trazer contribuições para o profissional que atende mulheres em unidade de saúde, à medida que amplia o conceito de sexualidade, permitindo reflexão acerca da prática desenvolvida pela enfermagem na saúde comunitária.

  1. Riesgos socionaturales: vulnerabilidad socioeconomica, justicia ambiental y justicia espacial

    National Research Council Canada - National Science Library

    Milagros Campos-Vargas; Alejandra Toscana-Aparicio; Juan Campos Alanís

    2015-01-01

      En este artículo se discuten los significados de los conceptos vulnerabilidad socioeconómica, justicia ambiental y justicia espacial, en sus relaciones con los riesgos socionaturales y los desastres...

  2. Sexual and reproductive health of women living with HIV in Southern Brazil Salud sexual y reproductiva de mujeres viviendo con VIH en el sur de Brasil Saúde sexual e reprodutiva de mulheres vivendo com HIV no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Riva Knauth

    2013-03-01

    ón por el VIH, son bastante diferenciados cuando consideramos la franja de edad, lo que implica acciones específicas de atención en los servicios de salud.Estudo transversal que analisou o comportamento, em termos de saúde sexual e reprodutiva, adotado pelas mulheres vivendo com HIV, segundo a faixa etária, na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. A amostra foi constituída por 691 mulheres. Foram observadas diferenças quanto ao número de gestações e filhos. O uso de drogas ilícitas durante a vida foi mais frequente na faixa dos 18 aos 34 anos, e a prática de sexo por dinheiro foi mais frequente entre as mulheres de 18 a 29 anos. As mulheres vivendo com HIV atendidas nos serviços públicos especializados no Sul do Brasil apresentam um perfil socioeconômico e de comportamento sexual que não corresponde ao padrão tipicamente identificado no processo de feminização da epidemia, no qual se destacam, particularmente, mulheres pobres, com baixa escolaridade e baixo número de parceiros sexuais. O estudo fornece evidências de que alguns fatores que caracterizam a vulnerabilidade das mulheres à infecção pelo HIV são bastante diferenciados quando consideramos a faixa etária, o que implica em demandas específicas de atenção nos serviços de saúde.

  3. Being an HIV-positive mother: meanings for HIV-positive women and for professional nursing staff Ser-madre HIV-positivo: significados para las mujeres HIV-positivo y para la enfermería Ser-mãe HIV-positivo: significados para mulheres HIV-positivo e para a enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marisa Monticelli

    2007-09-01

    " con la experiencia de ser madre. CONCLUSIÓN: los significados atribuidos por las mujeres VIH positivo, al ser aproximados a las percepciones de las trabajadoras de enfermería, se revelan fuertemente impregnados de prejuicios, estigma social y vulnerabilidad simbólica.OBJETIVO: Compreender os significados de ser-mãe HIV positivo para mulheres HIV positivo e para trabalhadoras de enfermagem de unidades de alojamento conjunto e identificar as similaridades e contrastes presentes nesses significados. MÉTODOS: Estudo descritivo e comparado, que utilizou dados de duas investigações anteriores, desenvolvidas em unidades de alojamento conjunto de maternidades públicas da Grande Florianópolis, SC, coletados por meio de observações participantes e entrevistas. RESULTADOS: Para as mulheres HIV positivo, essas mulheres são "mãezonas" e para as trabalhadoras de enfermagem, essas mulheres são "resistentes". Isto evidencia certas representações relativas ao papel materno, como sendo absolutamente incompatíveis com a condição de portadoras do vírus. Para a enfermagem, o fato de a puérpera ser HIV positivo não "combina" com a experiência de ser mãe. CONCLUSÃO: Os significados atribuídos pelas mulheres HIV positivo, ao serem aproximados das percepções das trabalhadoras de enfermagem, revelam-se fortemente impregnados de preconceito, estigma social e vulnerabilidade simbólica.

  4. Vulnerabilidad de las consumidoras adolescentes: un estudio en un entorno virtual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Holanda Lima Ávila

    2016-05-01

    Full Text Available O principal objetivo desta pesquisa foi investigar o que suscita a vulnerabilidade das consumidoras adolescentes em ambiente virtual. Optou-se pela abordagem qualitativa, empregando-se, como método, a Pesquisa documental. Os dados foram coletados no ambiente virtual da revista Capricho, mais especificamente nos canais Moda e Beleza, durante os meses de Janeiro de 2013 a junho de 2014. Como resultados da pesquisa, identificou-se como fatores agravantes da vulnerabilidade das consumidoras adolescentes: o gênero; o autoconceito; a condição socioeconômica; a falta de conhecimento e a baixa experiência de consumo; a motivação; o estigma e a discriminação; as normas da subcultura adolescente; o excesso de informação; e o uso excessivo da internet. As características da vulnerabilidade mais relevantes foram: não possuem confiança em termos de autoimagem; materialismo; insegurança; perda do bem-estar; incapacidade de resistir às pressões do grupo; estado de confusão e vício em internet. El principal objetivo de este estudio fue investigar lo que produce la vulnerabilidad de las consumidoras adolescentes en un ambiente virtual. Se eligió un enfoque cualitativo, utilizando como método la investigación documental. Los datos fueron recolectados en el entorno virtual de la Revista Capricho, específicamente en las secciones de Moda y Belleza entre enero de 2013 y junio de 2014. Los resultados de la investigación identificaron como factores agravantes de la vulnerabilidad de las consumidoras adolescentes: el género; autoconcepto; condición socioeconómica; la falta de conocimiento y la poca experiencia en el consumo; motivación; el estigma y la discriminación; las normas de la subcultura adolescente; el exceso de información; y el uso excesivo de internet. Las características de vulnerabilidad más relevantes fueron: no tienen confianza en términos de autoimagen; materialismo; inseguridad; perdida de bienestar; incapacidad de

  5. O corpo da mulher contemporânea em revista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiane Moura Nascimento

    2012-08-01

    Full Text Available O corpo emergiu como "o mais belo objeto" na contemporaneidade, sob a regência do capitalismo. A sociedade de consumo, do espetáculo, do narcisismo são expressões da cultura contemporânea, que através da mídia influencia os hábitos de consumo e principalmente a subjetividade feminina. O corpo feminino é mostrado frequentemente na televisão e nas revistas femininas, como expressão do corpo-beleza. Para atingir os objetivos propostos neste artigo, que são investigar a influência da mídia na subjetividade feminina e investigar o lugar cultural criado à mulher e a seu corpo na contemporaneidade, foi utilizado o "método investigativo" da psicanálise. Uma revista feminina brasileira e uma propaganda (desta revista de um produto de uso exclusivo das mulheres foram escolhidas como objeto. Na análise, encontrou-se uma forte relação entre mercado consumidor, mulher, e consumo de si, o que demonstrou que o lugar criado à mulher é realmente a mídia, a publicidade e o mercado consumidor.

  6. Desempenho da ultra-sonografia na detecção das metástases em linfonodos axilares em mulheres com câncer de mama Performance of ultrasound in the detection of axillary lymph node metastases in breast cancer patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Menezes Jales

    2005-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar o desempenho de diversas características ultra-sonográficas morfológicas (12 e doplervelocimétricas (7, para detecção de metástases linfonodais em mulheres com câncer de mama. MÉTODOS: foram incluídas 179 mulheres (181 axilas, entre janeiro e dezembro de 2004. Os exames ultra-sonográficos foram realizados com transdutor linear em tempo real (Toshiba-Power Vision-6000 (modelo SSA-370A. Para o estudo de parâmetros morfológicos foram utilizadas freqüências entre 7,5 e 12 MHz. Para os parâmetros Doppler foi utilizada freqüência de 5 MHz. Subsequentemente, as pacientes foram submetidas a axilectomia dos níveis I, II e III (158 ou à técnica do linfonodo sentinela (23. Foram calculadas a sensibilidade, a especificidade e os valores preditivos positivo e negativo para cada parâmetro. Para a associação de parâmetros foi utilizada a árvore de decisão. Foram estabelecidos os valores de corte para as variáveis contínuas por meio da curva ROC. RESULTADOS: ao exame ultra-sonográfico foi identificado pelo menos um linfonodo axilar em 173 (96% exames. O exame histológico detectou metástase linfonodal em 87 mulheres (48%. As melhores sensibilidades dos critérios morfológicos foram encontradas com o volume (62%, diâmetro ântero-posterior (62% e local do centro ecogênico (56%. Embora a especificidade da invasão da gordura adjacente (100%, regularidade das margens (92% e da ecotextura do parênquima (99% tenham sido elevadas, a sensibilidade destes parâmetros foi muito baixa. Nenhum critério dopplervelocimétrico alcançou 50% de sensibilidade. A árvore de decisão selecionou a localização do centro ecogênico, a ecotextura do parênquima e a regularidade das margens como melhor associação de parâmetros. CONCLUSÃO: o estadiamento dos linfonodos axilares por método não invasivo ainda é um objetivo não alcançado no tratamento das pacientes com câncer de mama.PURPOSE: to evaluate the role of

  7. Construindo caminhos de conhecimentos em HIV/Aids: mulheres em cena Building paths of knowledge on HIV / AIDS: women on the scene

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Girlene Alves Silva

    2012-01-01

    Full Text Available Trata-se de pesquisa qualitativa com o objetivo de identificar o acesso à informação das mulheres sobre o HIV/Aids e analisar os fatores que as orientam na adoção de medidas protetoras ao HIV/Aids. Foram realizadas entrevistas com 20 mulheres matriculadas no período noturno de uma escola pública em Minas Gerais/Brasil, com faixa etária entre 18 e 55 anos. As entrevistas foram analisadas por meio da técnica de análise de conteúdo temático, e fundamentadas no referencial teórico das Representações Sociais. Foram produzidas duas categorias analíticas: o acesso à informação sobre a Aids e os mecanismos de proteção adotados para reduzir a vulnerabilidade à infecção pelo HIV. As entrevistadas apontaram escola, família, televisão, profissionais de saúde e amigos como os principais veículos de obtenção de informações acerca da Aids. Entretanto, nesses espaços e encontros o vínculo se encontra fragilizado, desfragmentado e inconsistente, não propiciando acesso a ambientes consistentes de escuta, informações e reflexões. A prevenção está focada no uso do preservativo masculino. Persiste o baixo poder da mulher em negociar relações sexuais seguras, prevalecendo a vontade do parceiro e a credibilidade no amor e no casamento. Os sentimentos de ansiedade, incertezas e medo gerados nessas mulheres devido à questão da Aids não lhes permitem efetivar mecanismos de proteção relacionados ao exercício de mudança no comportamento sexual, de forma a torná-lo mais seguro e consciente no grupo pesquisado.This qualitative study aimed to identify women's access to information about HIV / AIDS and analyze the factors that guide the adoption of protective measures against HIV / AIDS. Interviews were conducted with 20 women enrolled in evening classes at a public school in Minas Gerais / Brazil, aged between 18 and 55 years. The interviews were analyzed using the technique of thematic content analysis, and grounded in the

  8. Vulnerabilidade social, abordagem territorial e proteção na Política de Assistência Social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jolinda de Moraes Alves

    2013-12-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo aprofundar o conceito de vulnerabilidade social em territórios aos quais se destina a função protetiva da política de assistência social prevista na PNAS/2004. Explica como a proteção social não contributiva garantida pela Política de Assistência Social se ocupa das vulnerabilidades e riscos que o indivíduo ou famílias enfrentam na trajetória de seu ciclo de vida, por decorrência de imposições sociais, econômicas e políticas e de ofensas à dignidade humana. Demonstra que a proteção afirmada pela assistência social não se restringe às condições de pobreza, mas afiança seguranças sociais por meio dos serviços, benefícios, programas e projetos socioassistenciais e que as vulnerabilidades sociais podem ser agravadas em territórios onde inexistem os equipamentos públicos de acesso aos direitos socioassistenciais.  

  9. Mulher no país de Maria Lamas - A questão sem nome na obra para além do amor

    OpenAIRE

    Inverno, Catarina Raquel Costa

    2010-01-01

    Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Estudos sobre as Mulheres. As Mulheres na Sociedade e na Cultura Pretende-se no presente estudo analisar numa perspectiva de género a obra Para Além do Amor de Maria Lamas, publicada em Portugal em 1935, qualificando a personagem central Marta na possibilidade de anti-estereótipo das mulheres portuguesas do início do século XX. Tratar Maria Lamas é tratar a mulher portuguesa através de uma h...

  10. Enxaqueca e Estresse em Mulheres no Contexto da Atenção Primária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Leonetti Correia

    Full Text Available O presente estudo teve por objetivo verificar a associação entre enxaqueca e estresse em mulheres, assim como examinar o melhor modelo de predição da enxaqueca, considerando variáveis pessoais e do contexto ambiental. A enxaqueca foi identificada pelo Teste de Cefaleia em 75 mulheres sem antecedentes psiquiátricos. O estresse foi avaliado por meio do Inventário de Sintomas de Stress para adultos. Paralelamente, foram avaliados: eventos vitais, nível socioeconômico e características da amostra. Verificou-se que 55% das mulheres apresentaram enxaqueca e 59% sintomas de estresse. O modelo de predição identificou que o estresse foi o único preditor da enxaqueca em mulheres. Os achados mostram associação entre enxaqueca e estresse, a qual precisa ser levada em conta na assistência à saúde da mulher.

  11. Tempo de alcoolismo no desenvolvimento de doenças orgânicas em mulheres tratadas no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, SP, Brasil Effect of time of alcoholism on the development of organic diseases in women treated at the University Hospital of Ribeirão Preto, S. Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Oliveira Dantas

    1985-08-01

    Full Text Available Com o objetivo de conhecer o tempo de ingestão freqüente de bebidas alcoólicas (ingestão média de mais de 100 ml de etanol por dia, pelo menos três dias por semana, até o aparecimento de sinais e sintomas de doenças orgânicas conseqüentes ao hábito, estudamos 95 mulheres tratadas entre 1978 e 1982 no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, portadoras de doenças orgânicas associadas ao alcoolismo. Foi feito diagnóstico clínico e laboratorial de cirosse hepática em 32 pacientes, de pancreatite crônica em 13 e de outras doenças (pelagra, desnutrição, neurite periférica e hepatite alcoólica em 50. Pacientes com apenas sintomas psiqui��tricos não foram estudadas. A obtenção das informações ocorreu após alguns dias de tratamento. Em média a idade em que começaram a ter sinais e sintomas das doenças que motivaram a procura de hospital para tratamento foi de 35,30 ± 7,72 anos na pancreatite crônica, 36,53 ± 8,39 anos na cirrose hepática e de 33,90 ± 11,27 anos nas outras doenças. O tempo de ingestão da bebida foi de 15,92 ± 7,15 anos na pancreatite crônica, 14,62 ± 8,70 anos na cirrose hepática e 13,24 ± 9,58 anos nas outras doenças. Antecedentes familiares de alcoolismo estiveram presentes em 64,2% dos casos, geralmente marido ou companheiro. Nenhuma delas tinha outras mulheres na família com problemas de alcoolismo. A média do tempo de alcoolismo para o aparecimento de cirrose hepática nas mulheres (14,62 anos foi menor do que a encontrada para homens da mesma população (21,10 anos, estudados em trabalhos anteriores.To determine the period of frequent alcoholic drink intake (mean intake of 100 ml of ethanol per day on at least three days a week up to the onset of signs and symptoms of organic diseases caused by the habit, 95 women treated at the University Hospital of the Faculty of Medicine of Ribeirão Preto for organic diseases associated with alcoholism between 1978 and 1982, we studied

  12. Estructura de Información Geográfica Vulnerabilidad del Territorio

    OpenAIRE

    Narvaez, Nixon

    2012-01-01

    Estructura de Información geográfica Vulnerabilidad del Territorio temas: Estructura del territorio, Enfoques de la estructura del territorio, Grado de exposición del territorio y Vulnerabilidad de los elementos estratégicos

  13. As hiper mulheres kuikuro: apontamentos sobre cinema, corpo e performance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice Fátima Martins

    2014-12-01

    Full Text Available Neste texto são trazidas à pauta algumas questões situadas no entrecruzamento de campos teórico-conceituais que incluem algumas discussões caras à cultura contemporânea. As relações entre corpo, memória e devir são abordadas a partir dos conceitos de performance, ritual e jogo. As análises são ancoradas no filme Itão kuegü: as hiper mulheres (2011, de Takumã Kuikuro, Carlos Fausto e Leonardo Sette, consideradas as circunstâncias de sua realização e veiculação, a narrativa fílmica e a presença das mulheres, que protagonizam o trabalho.

  14. Estilos de personalidade e vulnerabilidade à sugestão no contexto de uma relação interpessoal

    OpenAIRE

    Pires, Rute; Silva, Danilo R.; Ferreira, Ana Sousa

    2010-01-01

    A compreensão do papel das diferenças individuais na exactidão dos testemunhos, em particular na sugestionabilidade, é o objectivo deste trabalho. Consideramos que existem diferenças individuais na vulnerabilidade à sugestão e que estas se relacionam com características da personalidade dos indivíduos. Uma amostra de 258 indivíduos (média de idades de 31.8 anos, desvio padrão de 12.0), participou em sessões individuais e respondeu às adaptações portuguesas da Escala de Sugestionabilidade d...

  15. Tráfico sexual de mulheres: Representações sobre ilegalidade e vitimação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Boaventura de Sousa Santos

    2012-10-01

    Full Text Available O tráfico de seres humanos em geral, e de mulheres em particular, vem suscitando um interesse crescente por parte dos Estados, das instâncias internacionais, das organizações não‑governamentais, dos meios de comunicação social e, também, por parte da academia. A maior visibilidade conferida a este fenómeno tem‑se traduzido, a nível nacional e internacional, em políticas de combate e prevenção cuja eficácia é discutível. Para tal contribui não apenas um desconhecimento das especificidades que o tráfico de mulheres assume, como também objectivos outros que podem estar na base da construção de tais políticas e que dificilmente vão ao encontro daquilo que são as subjectividades e expectativas das mulheres traficadas. Neste artigo reflectimos sobre algumas das questões emergentes e ausentes no enquadramento legal do tráfico sexual de mulheres, recorrendo à realidade empírica do tráfico sexual em Portugal analisada no estudo Tráfico de mulheres em Portugal para fins de exploração sexual.1

  16. SAÚDE MENTAL X VULNERABILIDADE SOCIAL: UMA INTERVENÇÃO COM MORADORES DA TAMARINDO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SANTOS, J.C.R.F

    2015-12-01

    Full Text Available O projeto de pesquisa “Saúde Mental x Vulnerabilidade Social: Uma intervenção com moradores da Tamarindo” tem como finalidade mostrar ações de intervenções feitas com moradores da comunidade, sob o enfoque da psicologia clínica. As relações entre saúde/doença mental e vulnerabilidade social exigem uma série de questões para serem compreendidas de forma que não reproduzam uma lógica simplista que associa “loucura” e “pobreza” reforçando o preconceito que a população menos favorecida acaba sofrendo. Ao mesmo tempo, problematizar esta questão pode nos direcionar para boas práticas na área de saúde mental. Esta pesquisa tem como objetivo nos levar a refletir a respeito das relações entre elas a partir das diversas lógicas presentes neste cenário. Saber se a pobreza é um dos fatores que “agravam” a patologia e criar e proporcionar espaços de escuta. Uns dos objetivos do projeto também é a promoção de saúde mental dos sujeitos, através do acolhimento das demandas psicossociais que surgirem nesses espaços de encontro. A metodologia utilizada será as ferramentas da Psicologia Clínica, onde utilizaremos a escuta qualificada e comprometida, com a finalidade de conhecê-lo para além dos possíveis contornos patológicos. Trabalhar com famílias de baixa renda trazem uma série de peculiaridades significativas, que estão relacionadas a resiliência e podemos perceber a prontidão que essas pessoas oferecem uma as outras, mesmo diante de uma realidade social precária. Entende-se que há carências de várias ordens, como a dificuldade do acesso a informação, que trazem vulnerabilidade aos indivíduos que implicam no sofrimento mental. Nesse contexto surge a importância da escuta, como um instrumento que estabelece uma ponte entre o sujeito em sofrimento e o seu contexto de vida. Mas por outro lado, o trabalho se torna difícil, diante da complexidade das questões que cercam a “pobreza”. No

  17. A história feita de greves, excluídos & mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MICHELLE PERROT

    1996-12-01

    Full Text Available Nesta entrevista a autora discorre sobre as relações entre classes sociais e gêneros, sobre as influências de Foucault em sua obra, sobre a atualidade das greves como forma de luta e sobre a participação da mulher no sindicalismo da virada do século.

  18. Violência sexual: procedimentos indicados e seus resultados no atendimento de urgência de mulheres vítimas de estupro

    OpenAIRE

    Faúndes,Aníbal; Rosas,Cristião Fernando; Bedone,Aloísio José; Orozco,Luis Távara

    2006-01-01

    Violência sexual contra a mulher é uma das expressões da violência baseada no gênero, que tem como origem o desequilíbrio de poder existente entre homens e mulheres, com maior ou menor intensidade, em todos os países do mundo. Atualmente é reconhecida como um problema de direitos humanos pela ONU, incluindo a violência emocional, física e sexual. A prevalência de violência sexual é muito difícil de determinar, mas provavelmente afeta pelo menos um terço das mulheres alguma vez na vida. Tem va...

  19. A DECIDUIDADE FOLIAR INDICA A VULNERABILIDADE DE ESPÉCIES LENHOSAS AO FOGO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Codolo de Lucena

    2015-02-01

    Full Text Available Pesquisas indicaram que a ocorrência de queimadas pode ocasionar comportamentos fenológicos divergentes aos padrões comumente descritos. Este estudo teve como objetivo avaliar se a deciduidade foliar pode indicar a vulnerabilidade de espécies lenhosas ao fogo. Os índices de atividade e intensidade de diferentes fenofases foram comparados entre indivíduos queimados e não queimados de espécies lenhosas com diferentes graus de deciduidade foliar (decídua, semidecídua e sempre-verde. Para a espécie decídua, as fenofases vegetativas foram similares entre indivíduos queimados e não queimados. Indivíduos queimados de uma espécie semidecídua apresentaram maior intensidade e atividade das fenofases vegetativas. Para as espécies sempre-verdes, foi registrado o estímulo à produção de novas folhas, retardamento de folhas expandidas e senescentes para indvíduos queimados. Quanto à fenologia reprodutiva, em indivíduos queimados, foram registradas menor intensidade e atividade de frutos verdes e maduros para espécies decídua e semidecídua, bem como o estímulo da floração e da frutificação para as espécies sempre-verdes. A periodicidade das fenofases pode ser modulada pela ocorrência do fogo mesmo após um intervalo de dois anos. O efeito do fogo foi gradualmente mais pronunciado de espécies decíduas às sempre-verdes, o que indica maior vulnerabilidade de espécies lenhosas sempre-verdes a esse distúrbio.

  20. Vulnerabilidade da criança diante de situações adversas ao seu desenvolvimento: proposta de matriz analítica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Ignacio da Silva

    2013-12-01

    Full Text Available Estudo teórico que teve como objetivo elaborar uma matriz conceitual para analisar a vulnerabilidade da criança diante de situações adversas para seu desenvolvimento. Propõe-se que vulnerabilidade da criança seja analisada por meio dos aspectos das dimensões individual, relativa a relações sustentadoras contínuas e proteção física e segurança; social , concernente à inserção social da família e ao acesso a direitos à proteção e promoção social, e programática , cenário político-programático, de diretrizes e implementação político-programáticas. A aplicação prática desta matriz permite a captação do processo saúde-doença para além da dimensão individual, possibilitando a articulação das políticas públicas e das ações dos profissionais, a fim de obter eficácia no atendimento às necessidades das crianças. O uso desse instrumento conceitual pode propiciar às equipes de saúde a apreensão, de forma específica, das situações adversas ao desenvolvimento infantil, bem como subsidiar a construção de planos de intervenção a partir das dimensões analíticas da vulnerabilidade.

  1. Fatores culturais que interferem nas experiências das mulheres durante o trabalho de parto e parto Los factores que interfieren en las experiencias de las mujeres durante el trabajo de parto y parto Factors interfering in the experience of women in childbirth process and in childbirth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Gorette Andrade Bezerra

    2006-06-01

    Full Text Available O parto é um acontecimento de relevância na vida da mulher, uma vez que constitui momento único para o binômio mãe-filho. O estudo teve como objetivo compreender os fatores que interferem nas experiências vividas pela parturiente. Participaram sete parturientes que tiveram filhos através de parto normal, em uma maternidade pública de Fortaleza-Ceará. A coleta dos dados ocorreu nos meses de junho a agosto de 2003. Para coleta e análise dos dados foi utilizada a Etnoenfermagem. Os achados foram refletidos na Teoria da Diversidade e Universalidade do Cuidado Cultural, de Leininger, e foram organizados em três categorias: medo; influência das crenças e religiosidade e gestação anterior. A prática do cuidado cultural na assistência à mulher mostrou como é importante a comunicação e o respeito às suas crenças e valores no momento do trabalho de parto e parto.El parto es una ocurrencia de importancia en la vida de la mujer, pues se constituye un momento único para el binomio madre-hijo. El estudio tuvo por objetivo comprender los factores que interfieren en las experiencias vividas por la parturienta. Participaron siete parturientas que tuvieron sus hijos a través del parto normal, en una maternidad pública de Fortaleza-Ceará. La recolecta de los datos ocurrió en los meses de junio, julio y agosto de 2003. Para la recolecta y el análisis de los datos fue utilizada la Etnoenfermería. Los hallazgos fueron reflejados en la Teoría de la Diversidad y Universidad del Cuidado Cultural de Leininger, y fueron organizados en tres categorías: Miedo; Influencia de las creencias y religiosidad; Gestación anterior. La práctica del cuidado cultural en la atención a la mujer nos ha mostrado la importancia de la comunicación y respecto a sus creencias y valores en el momento que se pone de parto y parto.Childbirth is a relevant happening in a woman's life, as it is a unique moment for the mother-child binomial. This study aimed at

  2. Repercussão da violência na mulher e suas formas de enfrentamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cláudia Wendt dos Santos

    2011-08-01

    Full Text Available A violência contra a mulher é um tema complexo pela multideterminação de elementos de análises que nela convergem. Esta pesquisa objetivou caracterizar a repercussão da violência na mulher e suas formas de enfrentamento. O estudo foi exploratório-descritivo e adotou a metodologia qualitativa, sendo as participantes 10 mulheres agredidas que prestaram queixa em uma Delegacia da Mulher. A coleta de dados realizou-se por meio de entrevista semiestruturada, e para a análise dos dados utilizaram-se o software Atlas/ti 5.0 e a Teoria Fundamentada Empiricamente. Identificou-se a repercussão da violência na mulher por meio da insônia, da instabilidade emocional, da ideação suicida, do isolamento social e das estratégias de enfrentamento que foram focados no diálogo com amigos, familiares e colegas de trabalho; na busca de encontros sociais e no uso de medidas, tais como: tentativa de separação, saída de casa e denúncia. Considera-se que os dados obtidos subsidiam e qualificam intervenções e o atendimento de mulheres agredidas.

  3. Na Trilha Dos Sujeitos: audiovisual, memória e o evento de empoderamento para as mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Capibaribe Leite

    2012-12-01

    Full Text Available Como a atualização das memórias individuais representadas nas imagens podem compor discursos sobre autonomia para as mulheres? A partir de quatro filmes produzidos pelo consórcio internacional Pathways of Women’s Empowerment, este artigo propõe a definição de um evento de empoderamento para as mulheres enquanto processo de mudanças em suas vidas, midiatizado através das imagens e que se conecta a dois outros eventos contemporâneos: da fotografia e do endereçamento fílmico. A intenção é investigar como os filmes abordam os espaços de transição para diferentes sujeitos-mulher, a partir das narrativas da memória que contraem passado e futuro no presente e estabelecem linhas de pertencimento por via de um “tornar-se”.

  4. Efeitos do tamoxifeno sobre a expressão das proteínas TGF-β e p27 em pólipos e endométrio adjacente de mulheres após a menopausa Effects of tamoxifen on the expression of TGF-β and p27 proteins in polyps and adjacent endometrium in postmenopausal women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheldon Rodrigo Botogoski

    2009-03-01

    Full Text Available OBJETIVO:avaliar os efeitos do uso do tamoxifeno sobre a expressão das proteínas TGF-β e p27 em pólipos e endométrio adjacente de mulheres após a menopausa. MÉTODOS: estudo prospectivo, com 30 mulheres, após a menopausa com diagnóstico de câncer de mama, usuárias de tamoxifeno (20 mg/dia, que apresentavam diagnóstico de pólipo endometrial suspeito por meio de ultrassonografia transvaginal, submetidas à histeroscopia diagnóstica e cirúrgica para retirada dos pólipos e do endométrio adjacente. Realizado estudo imunoistoquímico para verificar a expressão das proteínas TGF-β e p27 nos pólipos e no endométrio adjacente. A quantificação dessas proteínas foi realizada por morfometria. RESULTADOS: a média de idade foi 61,7 anos; média da idade na menopausa, 49,5 anos; e o tempo médio de uso do tamoxifeno, de 25,3 meses. A concentração média de células positivas para proteína TGF-β no pólipo epitélio glandular e estroma foi 62,6±4,5 células/mm². Para a p27, no pólipo epitélio glandular, foi de 24,2±18,6 cel/mm² e estroma 19,2±15,2 cel/mm². Não houve diferença significante entre a expressão do TGF-β e p27 nos epitélios glandulares dos pólipos e do endométrio adjacente. A expressão das proteínas do pólipo e endométrio adjacente com os seus respectivos epitélios glandular e estromal apresentou diferença significativa para a proteína p27 (r=0,9, pPURPOSE: to evaluate the effects of tamoxifen on the expression of TGF-β and p27 proteins in polyps and adjacent endometrium of women after menopause. METHODS: prospective study with 30 post-menopausal women with diagnosis of breast cancer, taking tamoxifen (20 mg/day, presenting diagnosis of suspect endometrial polyps through transvaginal ultrasonography, and submitted to diagnostic and surgical hysterectomy to withdraw the polyps and adjacent endometrium. A immunohistochemical study has been done to verify the expression of the TGF-β and p27 proteins

  5. O risco não percepcionado para as zonas costeiras da Europa: Os tsunamis e a vulnerabilidade de Cádis, Espanha

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jörn Birkmann

    2012-10-01

    Full Text Available O desenvolvimento de estratégias apropriadas de redução de riscos e de vulnerabilidades para lidar com os riscos de tsunamis é um desafio importante para países, regiões e cidades a eles expostos. Este artigo descreve a forma como os riscos da ocorrência de tsunamis e, em particular, a vulnerabilidade a esses riscos podem ser avaliados e medidos. Com este objectivo, aplicou‑se um quadro de avaliação de vulnerabilidade à cidade de Cádis, o estudo de caso, de modo a destacar o uso prático e os desafios e as lacunas com que uma avaliação deste tipo tem de lidar. Os resultados revelam informações importantes para a melhoria sistemática da capacidade de resposta societal das cidades e dos seus habitantes a riscos potenciais de tsunamis. Elaboraram‑se mapas de perigos e vulnerabilidades, assim como dados qualitativos obtidos, por exemplo, através de discussões de grupo. Estes mapas e inquéritos são fundamentais quando se destinam ao desenvolvimento de um sistema de alerta e resposta rápida centrado nas populações. As conclusões deste artigo têm por base investigação levada a cabo no quadro do projecto TRANSFER (Tsunami Risk and Strategies for the European Region, financiado pela Comissão Europeia, que tem por objectivo contribuir para melhorar o conhecimento dos processos envolvidos nos tsunamis na região Euro‑Mediterrânica, desenvolver métodos e ferramentas para avaliar a vulnerabilidade e o risco e identificar estratégias para a redução dos riscos de tsunami.

  6. Vulnerabilidades socioeconômicas e o cotidiano da assistência de enfermagem pediátrica: relato de enfermeiras Vulnerabilidad socioeconómica y el cuidado diario de la enfermería pediátrica: informe de enfermeras Socio-economic vulnerability and pediatric nursing care routine: nurses report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Lourdes Rodrigues Pedroso

    2010-06-01

    Full Text Available A equipe de saúde, quando considera as vulnerabilidades em que a criança e sua família estão inseridas, pode planejar e executar um cuidado integral a estas. Este estudo objetivou compreender as percepções dos enfermeiros sobre as influências das vulnerabilidades socioeconômicas no cuidado à criança e sua família, no ambiente de Unidades de Internação Pediátricas de um Hospital Universitário no Município de Porto Alegre. Trata-se de uma pesquisa qualitativa na perspectiva de um estudo exploratório descritivo. A coleta de informações ocorreu com nove participantes por meio de entrevistas individuais semiestruturadas, analisadas conforme referencial da Análise de Conteúdo. Emergiram três categorias de análise, duas das quais serão aqui exploradas: Vulnerabilidades socioeconômicas e o cotidiano da assistência de enfermagem pediátrica; Propostas e alternativas para o manejo das situações de vulnerabilidades socioeconômicas. Os resultados forneceram exemplos práticos e apontaram soluções para as vulnerabilidades socioeconômicas relacionadas com a assistência de enfermagem à criança e sua família.El equipo de salud, cuando considera la vulnerabilidad en la cual están inmersos el niño y su familia, puede planificar y brindarles un cuidado integral. Este estudio tuvo como objetivo comprender la percepción que tienen los enfermeros sobre la influencia de la vulnerabilidad socioeconómica , en el cuidado del niño y la familia, en el ámbito de las Unidades de Internación Pediátrica en un Hospital Universitario en el Municipio de Porto Alegre. Se trata de una investigación cualitativa desde la perspectiva de un estudio explorable descriptivo. La recopilación de las informaciones se realizó con nueve participantes a través de entrevistas individuales semiestructuradas, analizadas según referencial del Análisis de Contenido. Surgieron tres categorías de análisis, de las cuales dos son analizadas aqu

  7. Fatores associados à violência contra mulheres profissionais do sexo de dez cidades brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Sueli da Silva Lima

    Full Text Available Resumo: No Brasil, há um limitado número de estudos sobre violência contra mulheres profissionais do sexo, tema que vem instigando pesquisadores em todo o mundo, estimulados principalmente por possíveis associações desta com o HIV. Este trabalho objetiva estimar a prevalência de violência contra mulheres profissionais do sexo, segundo natureza e perpetrador, e identificar os fatores associados. Foi realizado um estudo transversal com dados de 2.523 mulheres profissionais do sexo de dez cidades brasileiras, recrutadas pelo método respondent-driven sampling (RDS. Os resultados mostraram que a prevalência de violência verbal foi de 59,5%; violência física 38,1%; sexual 37,8%. Violência física por parceiro íntimo, 25,2%; por clientes, 11,7%. Dentre os fatores associados à violência física estão: idade < 30 anos (ORa = 2,27; IC95%: 1,56-3,29; uso de drogas (ORa = 2,02; IC95%: 1,54-2,65; valor do programa até R$ 29,00 (ORa = 1,51; IC95%: 1,07-2,13. Conclui-se que as mulheres profissionais do sexo brasileiras vivenciam uma carga desproporcional de violência. Identificar fatores de vulnerabilidade é fundamental para as intervenções que garantam direitos humanos e controle do HIV.

  8. "Without money you're nothing": poverty and health in Mexico from women's perspective "Sin dinero no eres nada": pobreza y salud en México desde la perspectiva de las mujeres "Sem dinheiro você nâo é nada": pobreza e saúde no México a partir da perspectiva das mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Hernández Tezoquipa

    2005-10-01

    recuperar la experiencia de las mujeres pobres en su cuidado de salud se identificó lo siguiente: existe una clara idea de que si se hubiera contado con recursos económicos suficientes su problema de salud se hubiera resuelto de otra manera; también se tiene la convicción de que por ser pobres deben conformarse con una mala atención médica y, esta conformidad provoca que, finalmente, se resignen al hecho de, o bien perder una parte de su cuerpo, o, inclusive, a esperar la muerte.O objetivo do presente trabalho foi conhecer a vivência da pobreza em relação à assistência à saúde no caso de mulheres pobres mexicanas. Desenvolveu-se uma pesquisa qualitativa no México, realizando 40 entrevistas com mulheres entre 35 e 65 anos de idade. Detectaram-se três elementos centrais a respeito da vivência da pobreza e da assistência à saúde: a dependência socioeconômica para com a família; a noção de uma pertença social na vivência dos direitos de atenção à saúde, que se reflete na consideração e aceitação de que, devido a sua condição, somente podem ser atendidas em instituições filantrópicas; e a existência de mecanismos de sobrevivência diante de um evento de doença. Ao recuperar a experiência das mulheres pobres com relação à assistência à saúde, identificou-se que existe uma idéia clara de que, se tivessem contado com recursos econômicos suficientes, seus problemas de saúde teriam sido resolvidos de outra maneira. Também têm a convicção de que, por serem pobres, devem se conformar com uma atenção médica de má qualidade, e esta conformidade finalmente provoca sua resignação com o fato de perderem uma parte dos seus corpos, ou ainda mais esperarem a chegada da morte.

  9. Validez y confiabilidad del cuestionario “Prácticas de cuidado que realizan consigo mismas las mujeres en el posparto” Validity and reliability of the questionnaire “Self-care practices of women during postpartum period” Validez e confiabilidade do questionário “Práticas de autocuidado das mulheres durante o pós-parto”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hernández Molina Luz Mery

    2010-04-01

    questionnaire named “Self-care practices of women during postpartum period”. It is a methodological research. Content validity conducted through the experts test reported a score of 0,88; the face validity with 10 experts and 10 women in a postpartum stage evidenced a consensus of agreement in relation with the clarity and comprehension of the questionnaire. A pilot test was conducted to determine possible adjustments. With participation of 176 postpartum nursing mothers from different socio-economic strata, residing in Bogotá, to whom, prior informed consent, a 32 item questionnaire was applied. A database was put together in Excel and data were processed in SPSS version 12.0. The scale validity showed that it is a short scale; discriminating validity determined 12 items that had a greater correlation and grouped those that had low correlations. The reliability of the 32 item questionnaire presented a Cronbach´s alpha of 0,59 and the 12 item questionnaire a Cronbach´s alpha of 0,68, which is considered an acceptable and a good score in the first validation studies of an instrument. The reliability of the questionnaire permeates all validation processes, reason why its interpretation must go hand in hand with continued validity improvement.Qualquer instrumento de coleta de dados deve ser válido e confiável no intuito de garantir que a intervenção de enfermagem seja efetiva e possibilite a proposição de políticas de saúde em busca de reduzir as cifras de morbimortalidade materna e perinatal. O objetivo geral da pesquisa foi determinar a validez e confiabilidade do questionário “Práticas de autocuidado das mulheres durante o pós-parto”. É uma pesquisa metodológica. A validez do conteúdo mediante a prova de especialistas apresentou uma pontuação de 0,88, a validez facial com 10 especialistas e 10 mulheres no pós-parto evidenciou consenso no tocante à clareza e compreensão do questionário. Realizou-se uma prova piloto para determinar poss

  10. Validez y confiabilidad del cuestionario "Prácticas de cuidado que realizan consigo mismas las mujeres en el posparto" Validez e confiabilidade do questionário "Práticas de autocuidado das mulheres durante o pós-parto" Validity and reliability of the questionnaire "Self-care practices of women during postpartum period"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Vargas Porras

    2010-06-01

    confiabilidade do questionário "Práticas de autocuidado das mulheres durante o pós-parto". É uma pesquisa metodológica. A validez do conteúdo mediante a prova de especialistas apresentou uma pontuação de 0,88, a validez facial com 10 especialistas e 10 mulheres no pós-parto evidenciou consenso no tocante à clareza e compreensão do questionário. Realizou-se uma prova piloto para determinar possíveis ajustamentos. Participaram 176 mulheres lactantes no pós-parto de diferentes níveis socioeconômicos, residentes em Bogotá, que, com prévia autorização, completaram o questionário formado por 32 itens. Elaborou-se um banco de dados em Excel e os dados foram processados em SPSS versão 12.0. A validez de escala evidenciou que é uma escala corta e a validez discriminante determinou os 12 itens com maior correlação e agrupou todos os itens que tinham correlações baixas. A confiabilidade do questionário de 32 itens apresentou um alfa de Cronbach de 0,59 e o questionário de 12 itens alfa de Cronbach de 0,68. A pontuação se considera aceitável e boa nos primeiros levantamentos de validação de um instrumento. A confiabilidade do questionário passa por todos os processos de validação, é por isso que a interpretação deve ir acompanhada do aprimoramento continuo da validez.All data collection instruments must be valid and reliable for the nurse to be able to intervene effectively enabling her to propose health policies that pursue the reduction of maternal and perinatal morbidity and mortality. The general objective of this study was to determine the validity and reliability of the questionnaire named "Self-care practices of women during postpartum period". It is a methodological research. Content validity conducted through the experts test reported a score of 0,88; the face validity with 10 experts and 10 women in a postpartum stage evidenced a consensus of agreement in relation with the clarity and comprehension of the questionnaire. A pilot test was

  11. O que permanece quando tudo muda?Precariedade e vulnerabilidade do trabalho na perspectiva sociológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliana Segnini

    Full Text Available A teoria sociológica, após o século XIX, analisou as múltiplas faces do trabalho submetido a condições precárias e marcadas pela vulnerabilidade do trabalhador (a. Vários autores se dedicaram a essa questão durante o século XX, mesmo no período da consolidação da sociedade salarial, ameaçada no presente. O objetivo deste texto é contribuir para esse debate por meio de resultados de pesquisas realizadas na última década, que nos informam a permanência das questões observadas nas análises fundadoras desse campo de estudo, mas também novas dimensões a serem consideradas para melhor compreensão sociológica das contradições observadas no trabalho precário, fonte de vulnerabilidade para os trabalhadores. Privilegiamos analiticamente um campo de pesquisa no qual os trabalhadores são escolarizados, com predomínio do curso superior e altamente qualificados profissionalmente: referimo-nos ao trabalho artístico de músicos em orquestras, no Brasil, e o papel do Estado na construção da supressão de direitos vinculados ao trabalho.

  12. A situação legal e real da mulher trabalhadora no campo

    OpenAIRE

    Ferrante, Vera Lúcia Silveira Botta [UNESP

    1982-01-01

    O artigo procura discutir a situação de trabalho da mulher na área rural, a partir do levantamento de questões ligadas á prática trabalhista, à sindicalização da mulher e ao seu nível de consciência diante dos direitos e das suas condições de vida. The article tries to discuss the situation of woman's work in the rural area, starting from the relation of questions connected to labour action, sindicalism of woman and the conscience levei about rights and her life conditions.

  13. Efeitos de um programa de fisioterapia aquática em mulheres com osteoporose

    OpenAIRE

    Guilherme de Paula Marinho Nonato

    2010-01-01

    A osteoporose vem sendo considerada a doença metabólica mais comum, atingindo cerca de um terço das mulheres na pós-menopausa, sendo responsável por um alto índice de morbidade e mortalidade. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos de um programa de tratamento de fisioterapia aquática sobre o desempenho muscular e equilíbrio de mulheres com osteoporose. Foram selecionadas 40 voluntárias, com diagnóstico densitométrico de osteoporose; ao inicio e término do tratamento as voluntárias for...

  14. Queimadura autoinfligida em mulheres: a violência de gênero inscrita no corpo

    OpenAIRE

    2011-01-01

    O objeto deste estudo consiste na violência autoinfligida em mulheres por queimadura. As lesões por queimadura são consideradas causas externas (acidentes e violências) e tem contribuído para o aumento geral dos índices de morbimortalidade acarretando perda de anos de vida produtiva. São resultantes de múltiplos fatores como condições socioeconômicas, violências e desigualdade de gênero. Esta pesquisa teve como objetivos: analisar o perfil sociodemográfico das mulheres que vivenciaram queimad...

  15. Terapia Comunitária e Resiliência: histórias de mulheres

    OpenAIRE

    Braga,Lucineide Alves Vieira

    2009-01-01

    Muitas de nós, mulheres, resistimos firmes, apesar de muitos sofrimentos ao longo da vida. É essa superação que denominamos de resiliência, ou seja, a capacidade humana de enfrentar situações difíceis e sair delas, fortalecendo-se e transformando a realidade em que se vive. Através deste estudo, objetivamos conhecer as experiências resilientes das mulheres que frequentam as rodas de Terapia Comunitária Integrativa Sistêmica (TC), identificar as fontes de forças que elas utiliza...

  16. Representações de mulheres acerca da histerectomia em seu processo de viver

    OpenAIRE

    Nunes, Maria da Penha da Rosa Silveira

    2008-01-01

    Dissertação(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Escola de Enfermagem, 2008. O presente estudo teve como objetivo compreender as representações sociais que as mulheres possuem acerca da histerectomia, antes e após o procedimento cirúrgico. Caracteriza-se por uma pesquisa qualitativa, descritiva, tendo como base teórico-metodológica a Teoria das Representações Sociais. Foram sujeitos deste estudo, treze mulheres em processo de histerect...

  17. MULHERES EXECUTIVAS BRASILEIRAS: O TETO DE VIDRO EM QUESTÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Mota

    2015-07-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é discutir o fenômeno teto de vidro nas organizações brasileiras. Fenômeno que dificulta a ascensão de mulheres aos cargos de comando das empresas. Trata-se de uma pesquisa qualitativa descritiva com 47 executivas que conseguiram chegar aos três níveis mais altos das grandes organizações situadas no Brasil. Os resultados confirmam a literatura quanto ao fenômeno teto de vidro, apesar de que na perspectiva delas as barreiras “mesmo existentes” não impedem o crescimento. Entretanto, se verificarmos os números fica a impressão que elas estão suavizando a situação, pois apenas 23% das executivas brasileiras de nível estratégico são mulheres.

  18. Estudo das representações sociais sobre gestação em mulheres bolivianas no contexto da atenção básica em saúde na área central da cidade de São Paulo Study on social representations of pregnancy in bolivian women in the context of primary health care in the central area of the city of São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carolina C. Madi

    2009-06-01

    Full Text Available O processo imigratório dos bolivianos para o Brasil vem trazendo muitos questionamentos e necessidades de intervenção pelos serviços de saúde na cidade de São Paulo. As barreiras impostas pela cultura boliviana (como a linguagem e o receio que os bolivianos têm pela situação de ilegalidade no país colocam aos serviços obstáculos no acesso à população. O objetivo dessa pesquisa é a compreensão das concepções das mulheres imigrantes bolivianas - que frequentam o Centro de Saúde Escola Barra Funda "Dr. Alexandre Vranjac" (CSEBF, na região central de São Paulo - sobre gestação, nos contextos: familiar, de adaptação como imigrantes e de espaço de construção da vida pessoal. Realizou-se uma análise qualitativa de entrevistas que incluíram mulheres bolivianas gestantes maiores de 18 anos, matriculadas no CSEBF. Foram realizadas algumas visitas domiciliares junto às agentes comunitárias. Como resultado, obteve-se que as bolivianas praticam endogamia e seus parceiros são fixos. Na Bolívia, não procuravam o serviço de saúde. Notou-se um paradoxo no que diz respeito à gravidez e ao trabalho, pois dizem ter planejado a primeira gestação, embora concordem que o trabalho - principal motivo da imigração - seja prejudicado pela gestação, parto e maternidade. Quanto à prática de parto, as bolivianas desejam e acreditam que o parto normal seja melhor que a cesárea, o que diverge do posicionamento comum das mulheres brasileiras. Este estudo poderá contribuir com conhecimentos sobre as concepções de saúde, particularmente sobre a gravidez, e acredita-se que as práticas dos serviços possam ser melhoradas, ampliando-se a capacidade de organização para receber imigrantes bolivianos.The process of Bolivian immigration to Brazil has been bringing questions and the necessity of intervention through the Health Services in the city of São Paulo. The barriers that come with the Bolivian culture (like the language and

  19. Características das mulheres com câncer de mama assistidas em serviços de referência do Norte de Minas Gerais Characteristics of women with breast cancer seen at reference services in the North of Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Bernardina M. Soares

    2012-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Descrever as principais características de pacientes com câncer de mama admitidas em dois serviços de referência para o tratamento desse tipo de câncer no norte de Minas Gerais, incluindo estágio da doença ao diagnóstico e local de tratamento. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal e descritivo, avaliando 288 prontuários de pacientes do gênero feminino com câncer de mama, admitidas entre janeiro de 2006 a dezembro de 2009, oriundas de um serviço público e de um privado. As variáveis analisadas foram submetidas a tratamento estatístico por meio dos testes qui-quadrado e regressão logística multinomial. RESULTADOS: Observou-se que 68,1% da população analisada procediam do serviço público. Predominaram pacientes com mais de 50 anos (54,5%, casadas (59% e com filhos (87,8%. Dentre a população estudada, a média de idade foi de 63 anos, sendo que em 42,7% dos casos prevaleceu o intervalo de tempo acima de 6 meses entre a suspeita clínica e a confirmação diagnóstica. Em 47,6% das mulheres o diagnóstico foi tardio (estágios III e IV. 20,1% tinham histórico familiar de câncer de mama; 20,8% faziam autoexame das mamas e 41% faziam mamografia. CONCLUSÃO: Verificou-se maior prevalência de pacientes nos estágios III e IV no serviço público quando comparado ao privado. O tempo prolongado entre a suspeita clínica e a confirmação diagnóstica, a ausência de história familiar de câncer de mama e a não realização de mamografia de rastreamento são observados, neste estudo, como os principais fatores associados ao diagnóstico tardio.OBJECTIVE: To describe the main characteristics, including stage of disease and local treatment of patients admitted to two reference services for the treatment of breast cancer in the North of Minas Gerais. METHODS: We conducted a cross-sectional descriptive study. We evaluated medical records of 288 female patients with breast cancer admitted between January 2006 and

  20. DESIGUALDADES SOCIOESPACIAIS E ÁREAS DE VULNERABILIDADES NAS CIDADES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelba Azevedo Penna

    2014-01-01

    Full Text Available Proponemos abordar la discusión de la cuestión de la vulnerabilidad social, desde una perspectiva territorial y social, entendida como un proceso de interacción entre las condiciones del territorio (estructura de oportunidades y el potencial de la población que lo habita. En general, la cuestión de la vulnerabilidad se entiende en términos ecológicos y ambientales. Aqui la se define como un riesgo social que se caracteriza por la concentración de la precariedad de los servicios colectivos y la inversión pública en infraestructuras en el territorio, que causan la vulnerabilidad social de las comunidades más pobres. Es la interacción entre las caracteristicas sociales de la población , económicas y culturales (sus posibilidades que se traduciría en el grado de vulnerabilidad de los lugares. Se analizan los conceptos que nos llevan a mantener una discusión sobre la relación entre las vulnerabilidades sociales y espaciales, permitiendo la interpretación de la configuración territorial del propio territorio, la materialidad y la vida social que anima a esta existencia, dados por la acción de las relaciones sociales. Por lo tanto, esperamos contribuir a promover el reconocimiento de los derechos individuales, mejorar las condiciones de vida, económicas, sociales y urbanas, de las familias y las comunidades.

  1. Oficina de trabalho: "mulher-uma viagem ao seu corpo"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Costa Amorim

    1996-06-01

    Full Text Available Nas mulheres brasileiras, a morbidade por câncer de colo uterino e de mama é alta, mesmo que estas patologias sejam preveníveis e diagnosticadas precocemente. A cobertura dos serviços de saúde nesta área é inadequada, considerando-se a tecnologia simples e barata a ser utilizada na prevenção e detecção precoce destes tipos de câncer. Observamos que poucas são as atividades desenvolvidas com o objetivo de educar a mulher quanto ao auto conhecimento do corpo. Dessa forma, em 1993, elaboramos uma Oficina de Trabalho intitulada: " Mulher-uma viagem ao seu corpo", composta de 6 (seis dinâmicas onde a participação de cada mulher é intensa por ser um processo envolvente. A Oficina é desenvolvida por 1 (um docente, 3 (três enfermeiras e acadêmicos de Enfermagem da Universidade Federal do Espírito Santo. São inscritas 30 (trinta participantes por Oficina, sendo que cada uma recebe crachá de participação. Esta oficina é composta de 6 (cinco dinâmicas que se desenvolvem num ambiente descontraído e aconchegante: Dinâmica 1 - História de Bolso; Dinâmica 2 - Toque das Mãos; Dinâmica 3 - Desenho/Modelagem; Dinâmica 4 - Viagem ao Corpo; Dinâmica 5 - O Auto Exame; Dinâmica 6 - Percebendo o corpo.

  2. Abuso de álcool e drogas e violência contra as mulheres: denúncias de vividos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Becker Vieira

    2014-06-01

    Full Text Available Objetivou-se analisar a interface entre o uso abusivo de álcool e outras drogas pelos companheiros e o vivido de mulheres que denunciam situações de violência. Trata-se de pesquisa qualitativa pautada na análise de conteúdo temática de entrevistas realizadas em março e abril de 2010, com treze mulheres que realizaram o registro da violência na Delegacia de Polícia para a Mulher e Delegacia de Pronto Atendimento de um município do interior do Rio Grande do Sul, Brasil. Observou-se que, em um mundo envolto por brigas, humilhações, agressões, sofrimento e submissão, o uso abusivo de álcool e drogas do companheiro potencializou a violência vivida das mulheres entrevistadas. Além de buscar qualificar a atenção à saúde mental das mulheres no contexto da violência, uma vez que essa condição repercute substancialmente em sua saúde, e em todas as dimensões, conclui-se ser imprescindível articular a atenção às mulheres em situação de violência com ações de prevenção do uso de álcool e/ou outras drogas pelos companheiros.

  3. As necessidades de saúde e vulnerabilidades de pessoas com tuberculose segundo as dimensões acesso, vínculo e adesão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Hino

    2011-12-01

    Full Text Available Os objetivos foram conhecer a vivência das pessoas com tuberculose e identificar necessidades de saúde e vulnerabilidade frente ao adoecimento, no que diz respeito ao acesso ao tratamento, ao vínculo com a equipe de saúde e à adesão ao tratamento. Trata-se de um estudo qualitativo, desenvolvido em unidades de saúde da família. Entrevistaram-se pessoas em tratamento, utilizando-se o critério de saturação das informações. Na análise dos depoimentos utilizou-se o software Alceste. O diagnóstico tardio reflete a falta de conhecimento sobre a doença e o despreparo de alguns profissionais. O apoio constituiu um determinante no seguimento das pessoas que, sentindo-se acolhidas, foram incentivadas a seguir o esquema terapêutico. As necessidades de saúde relacionaram-se às boas condições de vida, como direito à alimentação, trabalho, moradia, educação, lazer e adoção de hábitos de vida saudáveis. Ressalta-se a valorização da vivência das pessoas em tratamento para apoiar a prática assistencial dos profissionais focada nas necessidades de saúde e vulnerabilidades da população.

  4. Violência doméstica e institucional em serviços de saúde: experiências de mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Normélia Maria Freire Diniz

    2004-06-01

    Full Text Available Desenvolvido nas capitais Recife, Salvador e Aracaju, em três maternidades públicas, este estudo quantitativo objetivou identificar as manifestações da violência doméstica e institucional na mulher assistida em sub-programas do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher. Para coleta dos dados, foi utilizado um formulário semi-estruturado. A amostra caracterizou-se por mulheres jovens, domésticas, dependentes economicamente dos companheiros. A maioria das mulheres vivencia a violência conjugal, sendo a dependência financeira o motivo mais mencionado para suportá-la. A falta de vagas caracterizou a violência institucional por omissão. A pesquisa demonstrou que a vivência destas violências traz problemas de saúde para as mulheres, ou os agrava.

  5. VULNERABILIDAD PARA LA EXPLOTACIÓN SEXUAL EN ADOLESCENTES DE EXTREMA POBREZA DE PUNCHANA, LORETO, 2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Pérez Dávila

    2012-06-01

    Full Text Available La presente investigación, tiene como objetivo identificar el nivel de vulnerabilidad para la explotación sexual en adolescentes de la Institución Educativa Santa María del Amazonas – Distrito de Punchana 2011. Este estudio tiene un diseño transversal y la metodología aplicada fue la observación directa, mediante la aplicación de encuestas validadas. De los 94 adolescentes encuestados, se determinó que, un total de 6.4% de adolescentes presentan vulnerabilidad alta, 45.7% vulnerabilidad media y 47.9% vulnerabilidad baja. Por otro lado, en cuanto al nivel de vulnerabilidad según edad, se detectó que esta fluctúa entre las edades de 15 a 16 años; en lo que se refiere a sexo, el nivel de vulnerabilidad fue alto tanto en hombres y mujeres (50%.

  6. Assistência de Enfermagem na opinião das mulheres com pré-eclâmpsia Asistencia de Enfermería en la opinión de las mujeres con preeclampsia Nursing assistance in the opinion of women with pre-eclampsia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Joelma Bezerra Cunha

    2007-06-01

    Full Text Available Estudo qualitativo cujo objeto é a assistência de enfermagem na ótica das mulheres com pré-eclâmpsia. Os objetivos foram descrever os motivos da hospitalização e suas expectativas; e discutir a assistência de enfermagem recebida em uma maternidade pública de Teresina - PI. A metodologia utilizada foi um formulário semi-estruturado cuja coleta dos dados foi realizada através da entrevista. Os resultados foram apresentados em categorias evidenciando como motivos mais comuns que levaram às 12 mulheres a internação: edema e cefaléia. A assistência de enfermagem prestada limitou-se à verificação da pressão arterial e administração de medicamentos. Quanto à satisfação referiram-se a realização dos procedimentos técnicos e a insatisfação destacou-se pela falta de atenção, apoio e diálogo. O relacionamento equipe de enfermagem-paciente foi considerado frio, impessoal e descompromissado. No entanto, há expectativas de maior humanização na equipe e o estabelecimento de ações confiáveis e motivacionais. Conclui-se que a assistência de enfermagem deva ser mais humana no atendimento às necessidades físicas, sociais e psicoemocionais dos clientesEstudio cualitativo cuyo objeto es la ayuda de enfermería en la óptica de las mujeres con preeclampsia. Los objetivos fueron describir las razones de la hospitalización y sus expectativas; y, discutir la ayuda de enfermería recibida en una maternidad pública de Teresina Piauí (Brasil. La metodología usada fué el un formulario medio estructurado cuya colecta de datos fué hecha a través de la entrevista. Los resultados fueron presentados en categorías que evidenciaban como razones más comunes que llevaran las 12 mujeres a internación: edema y dolor de cabeza crónica. La ayuda de enfermería prestada fue limitada a la verificación de la presión arterial y administración de medicina. Cuánto a la satisfacción fué mencionada la realización de los procedimientos

  7. Fatores de risco para o câncer de colo do útero em mulheres reclusas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Saiwori de Jesus Silva Bezerra dos Anjos

    2013-08-01

    Full Text Available Objetivou-se identificar os fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de colo uterino em mulheres reclusas. Estudo descritivo, de corte transversal, realizado em um instituto penal feminino cearense. A seleção da amostra do estudo ocorreu de acordo com a disponibilidade de presidiárias no momento da coleta, totalizando 36 reclusas. Referente aos riscos para o câncer cervical, 16 mulheres (44,5% eram tabagistas, 24 (70,5% já fizeram uso do contraceptivo oral por um tempo médio de 46 meses, 24 (66,6% apresentaram coitarca com idade inferior a 15 anos; 26 (72,2% faziam uso de preservativo, porém 10 (38,4% o usavam raramente. Tais achados demonstram que a população encarcerada apresenta maior vulnerabilidade ao câncer de colo uterino, sendo necessária a promoção da saúde no ambiente, visto que tal momento se configura como uma oportunidade singular.

  8. Estratégias de enfrentamento da incontinência urinária por mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Altino Delarmelindo

    Full Text Available Este artigo é parte de uma pesquisa qualitativa mais abrangente que utilizou como referencial teórico-metodológico a Grounded Theory e o Interacionismo Simbólico, resultando no modelo teórico denominado Entre o sofrimento e a esperança: a reabilitação da incontinência urinária como componente interveniente. Com a intenção de comunicar todo o conhecimento produzido, apresenta-se parte desse modelo, referente ao processo de enfrentamento da incontinência urinária por mulheres sem perspectivas de acesso ao tratamento cirúrgico, após falha dos procedimentos conservadores. Ao inter-relacionar os componentes (categorias e subcategorias relativos à experiência dessas mulheres, buscando compará-los e analisá-los para compreender a interação entre eles, notou-se vulnerabilidade moral e psicossocial no movimento da experiência do grupo, suscetibilizando-o a riscos à saúde e ao comprometimento da qualidade de vida. Pesquisas são necessárias para aprofundar a compreensão de experiências em que haja barreira ao tratamento cirúrgico por descrédito do profissional médico sobre sua efetividade.

  9. Estratégias de enfrentamento da incontinência urinária por mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Altino Delarmelindo

    2013-04-01

    Full Text Available Este artigo é parte de uma pesquisa qualitativa mais abrangente que utilizou como referencial teórico-metodológico a Grounded Theory e o Interacionismo Simbólico, resultando no modelo teórico denominado Entre o sofrimento e a esperança: a reabilitação da incontinência urinária como componente interveniente. Com a intenção de comunicar todo o conhecimento produzido, apresenta-se parte desse modelo, referente ao processo de enfrentamento da incontinência urinária por mulheres sem perspectivas de acesso ao tratamento cirúrgico, após falha dos procedimentos conservadores. Ao inter-relacionar os componentes (categorias e subcategorias relativos à experiência dessas mulheres, buscando compará-los e analisá-los para compreender a interação entre eles, notou-se vulnerabilidade moral e psicossocial no movimento da experiência do grupo, suscetibilizando-o a riscos à saúde e ao comprometimento da qualidade de vida. Pesquisas são necessárias para aprofundar a compreensão de experiências em que haja barreira ao tratamento cirúrgico por descrédito do profissional médico sobre sua efetividade.

  10. SEXUALIDADE E SAÚDE NA PERCEPÇÃO DO MOVIMENTO DE MULHERES CAMPONESAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isaura Isabel Conte

    2015-10-01

    Full Text Available Este texto aborda a concepção de sexualidade e saúde na perspectiva de mulheres do Movimento de Mulheres Camponesas (MMC. Para tanto, considera-se fundamentalmente a inserção das militantes em processos formativos, seus aprendizados e experiências coletivas nas lutas que desencadeiam e sustentam numa organização camponesa e feminista. A pesquisa foi realizada no convívio com mulheres camponesas há mais de dez anos no Estado do Rio Grande do Sul, com base em observação participante e pesquisa documental. Destaca-se, como relevante, que as mulheres camponesas estão modificando modos de pensar sobre si mesmas, seus corpos e sua sexualidade, rompendo estereótipos seja com relação ao corpo de mulher da roça, seja com relação aos atuais padrões de corpo feminino. Assumem a luta por saúde pública com protagonismo entendendo que, mais que um corpo, são corpos pensantes capazes de questionar a sociedade que lhes impõe o consumismo e, por outro lado, propõem mudanças.

  11. Preconceito e discriminação: as bases da violência contra a mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Gomes da Silva

    Full Text Available A violência contra as mulheres não é recente na história da humanidade. Ela faz parte de um sistema sociohistórico que condicionou as mulheres a uma posição hierarquicamente inferior na escala de perfeição metafísica, produzindo um campo de força de relações assimétricas entre homens e mulheres em nossa sociedade. Assim sendo, o objetivo deste trabalho é analisar como o preconceito, a discriminação e a intolerância constituíram predicativos da violência de gênero, trazendo para essa discussão a interpenetração de três módulos distintos: sexo/gênero, raça/etnia e classe social. Apesar dos altos índices estatísticos de violência contra as mulheres em todo o mundo e dos avanços sociais, políticos e jurídicos no combate à violência, defende-se a ideia de que o movimento dos direitos humanos ainda precisa encontrar instrumentos efetivos na promulgação da cidadania e dos direitos das mulheres.

  12. O processo de resiliência de mulheres vítimas de violência doméstica

    OpenAIRE

    Trigueiro,Tatiane Herreira

    2012-01-01

    Resumo: Trata-se de pesquisa exploratória de abordagem qualitativa, realizada em um Serviço de acolhimento institucional denominado Pousada de Maria, localizada no município de Curitiba, Paraná, de novembro de 2010 a fevereiro 2011, com 08 mulheres vítimas de violência doméstica que lá residiam. Teve como objetivos Compreender a trajetória de vida das mulheres vítimas de violência doméstica e Descrever o processo de resiliência das mulheres vítimas de violência doméstica residentes em um Serv...

  13. "Meninas": vidas em devir nos circuitos de vulnerabilidade social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Cordeiro

    2008-06-01

    Full Text Available Neste artigo pretendemos discutir, a partir do filme Meninas, de Sandra Werneck, as trajetórias de vida e de trabalho de jovens pobres no Rio de Janeiro, nos circuitos de vulnerabilidade social. As aproximações do olhar cinematográfico vão expressar um "tempo comum", presente no referido documentário, que se materializa em nossas pesquisas: gravidez precoce, violência, desemprego, baixa escolaridade, pouca qualificação e inserção no tráfico de drogas, por exemplo. Nesses circuitos de vulnerabilidade, perguntamos como é possível ampliar a potência de vida dos jovens, que não perdem a possibilidade de escrever sua própria história. É nessa direção que caminha o presente estudo.

  14. A mulher na literatura: seus enquadramentos e a precariedade da emancipação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Cordeiros Lira

    2016-12-01

    Full Text Available A figura histórica feminino presente na literatura do século XVI, por exemplo, expõe um cenário literário sem representatividade feminina em suas obras. A composição da narrativa sobre a mulher estava a cargo de escritores homens, que insuficientemente versavam acerca das mulheres, mas que revelavam a exclusão e repressão feminina nos meios acadêmicos e sociais. Desta forma Virginia Woolf em “Um teto todo seu” traça panoramas históricos e sociais sobre a restrição do sexo feminino a literatura, tanto no acesso a leituras e a aprendizagem, fontes intelectuais que as embase e a liberdade cerceada socialmente de produzir no meio literário e acadêmico. Envolta em uma sociedade excludente, há fomento a uma construção social que desprivilegia a mulher como agente das escritas literárias, inviabilizando a sua emancipação intelectual ao longo da história. Calcado nestes elementos, a teoria do capital humano de Michel Foucault estabelece dialogo sobre as condições de subjugação patriarcal das mulheres, juntamente com o investimento em capital humano não ofertado a elas da mesma forma que aos homens na sociedade. Juntamente com a autora Judith Butler em “Vida precária, vida passível de luto”, há o questionamento teórico sobre o livro de Woolf acerca do enquadramento produzido por uma literatura sexista e excludente, que de forma rasa ou insuficiente via a mulher como um agente social, inferiorizando a sua existência.

  15. A prática cotidiana de saúde das profissionais do sexo - doi: 10.5020/18061230.2012.p295

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elouyse Fernandes Leitão

    2012-11-01

    Full Text Available Descrever as práticas de saúde utilizadas no cotidiano de profissionais do sexo. Métodos: Pesquisa qualitativa que teve como cenário os bares em que trabalham as profissionais do sexo em Maceió-AL, Brasil. Integraram o universo dos sujeitos participantes 15 mulheres profissionais do sexo, com idade entre 20 e 39 anos, as quais, durante a pesquisa, estavam sendo assistidas pela equipe de um Consultório de Rua. A pesquisa ocorreu entre os meses de agosto e outubro de 2011 e as mulheres foram aleatoriamente selecionadas. A coleta de dados se deu por meio de entrevista semiestruturada, sendo todas gravadas em áudio e transcritas na íntegra para posterior análise e interpretação. Resultados: A partir da análise temática dos dados produzidos e do referencial teórico de promoção em saúde, foi possível categorizar as práticas de saúde presentes no cotidiano dessas mulheres, tais como: a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis; cuidados com o corpo e a estética; atividade física; alimentação; lazer; relacionamentos interpessoais; consumo de álcool e outras drogas; automedicação; e busca pelos serviços de saúde. As formas como se apropriam de tais práticas são condicionadas pela situação de vulnerabilidade social e pelo contexto sociocultural e econômico em que se encontram. Conclusão: Apesar das deficiências encontradas no desenvolvimento dessas práticas, as profissionais do sexo buscam preservar hábitos que melhorem sua saúde física, social e mental, assim como procuram por serviços profissionais para a promoção da sua saúde.

  16. Vulnerabilidad a la pobreza: aplicaciones para América Latina

    OpenAIRE

    2013-01-01

    Se realiza una revisión crítica de más de 20 años de literatura sobre vulnerabilidad a la pobreza. Se realiza una clasificación de los criterios de identificación de la vulnerabilidad a la pobreza en dos grupos: los que enfatizan en el elemento de riesgo y los que enfatizan en el elemento de pobreza esperada. Se propone un criterio de identificación de la vulnerabilidad a la pobreza fundado sobre un modelo de media-riesgo. Se propone además un nuevo indicador para medir la vulnerabilidad a la...

  17. Vulnerabilidade programática na prevenção da transmissão materno-fetal da AIDS Program deficiencies in the prevention of maternal-fetal transmission of AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Katia V. de O. Feliciano

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar a operacionalidade das ações de prevenção da transmissão materno-fetal do HIV na assistência pré-natal. MÉTODOS: estudo descritivo realizado na cidade do Recife, Pernambuco, de maio a julho de 1998, em 27 unidades dos seis Distritos Sanitários: 19 Centros de Saúde, duas Maternidades e seis do Programas de Saúde da Família (PSF. A organização foi caracterizada por meio de observações e entrevistas com gerentes e equipes técnicas. Acompanhou-se o processo de trabalho durante, no mínimo, dois turnos, em dias da semana aleatoriamente selecionados, totalizando 214 horas. As 355 gestantes presentes responderam um questionário: idade, antecedentes obstétricos, número de consultas, acessibilidade e orientações recebidas. RESULTADOS: em 63,0% das unidades houve demanda reprimida. Somente 41,6% das gestantes em seguimento tiveram a consulta atual agendada pelo serviço após a anterior. Em relação às doenças sexualmente transmissíveis: todos solicitaram o teste luético e 67,0% convocaram os parceiros quando o exame é positivo; não houve oferta universal do teste anti-HIV, nenhum realizou aconselhamento, apenas 26,7% dos médicos que identificaram gestantes de risco para AIDS solicitaram o teste e 19,8% das gestantes receberam orientações sobre essas doenças. CONCLUSÕES: a vulnerabilidade institucional na execução das ações programáticas e o amplo conjunto de necessidades de saúde da mulher em idade reprodutiva reiteram a importância de organizar o pré-natal.OBJECTIVES: to assess the effectiveness of maternal-fetal HIV transmission prevention programs at the pre-natal care stage. METHODS:a descriptive study was held in the city of Recife, Pernambuco, from May to July 1998, in 27 locations of six Sanitary Districts: 19 Health Centers, two Maternity Clinics and six Family Health Programs (PSF. The study focused on observation and interviews of managers and technical teams. Their work was followed

  18. Vulnerabilidad social y embarazo adolescente en México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio Stern

    2004-01-01

    Full Text Available El artículo explora el papel que juega la vulnerabilidad social en el hecho de que haya una mayor propensión a que ocurran embarazos en la adolescencia en ciertos contextos. Para ilustrarlo se analiza un conjunto de historias de vida de jóvenes pertenecientes a diversos contextos socioculturales. Se muestra cómo ciertos elementos como la permanencia en la escuela, el acceso a la información y educación sexual, las oportunidades y aspiraciones de vida y la existencia de redes familiares y sociales de apoyo de las jóvenes, pueden influir en la frecuencia de los embarazos durante la adolescencia. Se denomina vulnerabilidad social al conjunto de dichos elementos y se propone hacer análisis cuantitativos ulteriores, con base en las encuestas sociodemográficas y de salud con las que se cuenta para poner a prueba la hipótesis de la relación entre vulnerabilidad social y embarazo adolescente.

  19. A vulnerabilidade e a mente : conflitos simbólicos entre o diagnóstico institucional e a perspectiva de jovens em cumprimento de medida socioeducativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Artur Malvasi

    2014-03-01

    Full Text Available Nas últimas duas décadas a utilização do termo vulnerabilidade foi expandida para diferentes campos de conhecimento e de intervenção. Neste artigo analisamos o uso da noção de vulnerabilidade no âmbito do sistema socioeducativo como um componente das relações de poder entre instituições de execução de medidas socioeducativas e jovens atendidos. Baseado em pesquisa etnográfica realizada na Região Metropolitana de São Paulo em 2009, 2010 e 2011, com a participação de 14 adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas, o texto analisa o conflito entre o relatório psicológico de um jovem e sua própria interpretação ao falar sobre os mesmos aspectos de sua vida. Discute também como o jovem, intrincado diferentemente por códigos distintos, enseja em sua própria existência conflitos simbólicos que têm escapado às práticas do sistema socioeducativo. O encontro da ideia de vulnerabilidade no relatório psicológico com a perspectiva da mente como atributo de um jovem configura-se um campo de disputas simbólicas entre visões da capacidade de autorregulação do indivíduo.

  20. Comparison of active and passive forces of the pelvic floor muscles in women with and without stress urinary incontinence Comparação das forças ativa e passiva dos músculos do assoalho pélvico de mulheres com e sem incontinência urinária de estresse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla C. M. Chamochumbi

    2012-08-01

    Full Text Available BACKGROUND: The reduction of the pelvic floor muscles (PFM strength is a major cause of stress urinary incontinence (SUI. OBJECTIVES: To compare active and passive forces, and vaginal cavity aperture in continent and stress urinary incontinent women. METHODS: The study included a total of thirty-two women, sixteen continent women (group 1 - G1 and sixteen women with SUI (group 2 - G2. To evaluate PFM passive and active forces in anteroposterior (sagittal plane and left-right directions (frontal plane a stainless steel specular dynamometer was used. RESULTS: The anteroposterior active strength for the continent women (mean±standard deviation (0.3±0.2 N was greater compared to the values found in the evaluation of incontinent women (0.1±0.1 N. The left-right active strength (G1=0.43±0.1 N; G2=0.40±0.1 N, the passive force (G1=1.1±0.2 N; G2=1.1±0.3 N and the vaginal cavity aperture (G1=21±3 mm; G2=24±4 mm did not differ between groups 1 and 2. CONCLUSION: The function evaluation of PFM showed that women with SUI had a lower anteroposterior active strength compared to continent women.CONTEXTUALIZAÇÃO: A redução da força dos músculos do assoalho pélvico (MAP é a maior causa da incontinência urinária de estresse (IUE. OBJETIVO: Comparar as forças ativa e passiva e a abertura da cavidade vaginal em mulheres continentes e com IUE. MÉTODOS: O estudo incluiu um total de 32 mulheres, 16 mulheres continentes (grupo 1 - G1 e 16 mulheres com IUE (grupo 2 - G2. Um espéculo dinamométrico de aço inoxidável foi usado para avaliar as forças ativa e passiva dos MAP nas direções ântero-posterior (plano sagital e látero-lateral (plano frontal. RESULTADOS: A força ativa ântero-posterior nas mulheres continentes (0,3±0,2 N foi maior que nas mulheres com IUE (0,1±0,1 N. Não houve diferença entre o G1 e o G2 nos valores de força ativa látero-lateral (G1=0,43±0,1 N; G2=0,40±0,1 N, força passiva (G1=1,1±0,2 N; G2=1,1±0,3 N e

  1. Gênero, violência e viver na rua: vivências de mulheres que fazem uso problemático de drogas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Rebeca Rocha de Souza

    Full Text Available RESUMO Objetivo Descrever vivências de mulheres, em situação de rua, que fazem uso problemático de drogas. Método Pesquisa qualitativa cujos dados foram produzidos por entrevista semiestruturada realizada com sete mulheres matriculadas em um CAPSad em Salvador-BA, no período de outubro a dezembro de 2012. Resultados A análise de conteúdo temática foi adotada para organização dos dados, emergindo desse processamento duas categorias temáticas: Gênero, violência e uso de drogas: O que muda e o que se perpetua na vida de mulheres usuárias; Sem lenço e sem documento: o viver na rua. Conclusão Os resultados revelam a reprodução de condutas vivenciadas no contexto familiar e de construções sociais que mantêm as mulheres em situação de vulnerabilidade para agravos sociais e de saúde, dentre eles o início e a manutenção do uso problemático de drogas.

  2. Representação da mulher nas grandes produções de Hollywood

    OpenAIRE

    Rodrigues, Rúben Gouveia

    2013-01-01

    Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Sociologia Questões de género constituem um vasto campo de análise em sociologia. A posição e o papel das mulheres na sociedade é uma das questões mais debatidas aí. Assistiu-se nas últimas décadas à progressiva libertação da mulher face aos limites que lhe eram impostos, uma evolução registada sobretudo nas sociedades ocidentais. Porém, ela ainda continua a enfrentar obstáculos. Os preconceitos e estereótipos,...

  3. "Tem que ser uma escolha da mulher"!representações de maternidade em mulheres não-mães por opção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Naiana Dapieve Patias

    2012-08-01

    Full Text Available A concepção de maternidade como um destino inevitável vem sendo questionada na contemporaneidade, a partir do crescente posicionamento de mulheres que optam por não viver essa experiência e não cumprir, dessa forma, uma das normas sociais mais fortemente ligadas à constituição da identidade feminina. O presente trabalho buscou compreender como se constituem as identidades femininas de mulheres de classe média, casadas, ou que coabitam com o companheiro, e que optaram por não ter filhos, residentes em cidade do interior do Rio Grande do Sul. Para tanto, realizou-se uma pesquisa qualitativa a partir de entrevistas semiestruturadas que foram avaliadas por meio da técnica de análise de conteúdo. Os resultados sugerem que as mulheres que optam por não viver a maternidade constituem suas identidades a partir da negação de representações culturais dominantes que afirmam a maternidade como destino natural de toda mulher, e o amor materno como sentimento inerente à existência feminina.

  4. Vulnerabilidade associada às infecções sexualmente transmissíveis em pessoas com deficiência física

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jamilly da Silva Aragão

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é analisar as condições que potencializam as dimensões de vulnerabilidade individual, social e programática associadas às infecções sexualmente transmissíveis em pessoas com deficiência física. Estudo transversal, com abordagem quantitativa, realizado em 2015, em uma associação para pessoas com deficiência de Campina Grande/PB, Brasil. Participaram 98 sujeitos que responderam um formulário sobre as dimensões de vulnerabilidade para infecções sexualmente transmissíveis. Realizaram-se os testes de Qui-quadrado, Fisher, Coeficiente de contingência e razão de prevalência. Verificou-se associação entre a ocorrência de infecções sexualmente transmissíveis com o número de parceiros (p = 0,020, acreditar em poucos parceiros como prevenção (p = 0,044, acreditar na má higiene como fator de risco, idade (p = 0,007, tipo de deficiência (p = 0,007 e realização de consulta com urologista (p = 0,030. As pessoas com deficiência física possuem condições que potencializam a vulnerabilidade para infecções sexualmente transmissíveis, atrelada às dimensões individual, social e programática. Por meio da caracterização das condições de vulnerabilidade é possível traçar uma prevenção específica atrelada a suas realidades individual, social e de saúde.

  5. AVALIAÇÃO DA VULNERABILIDADE AMBIENTAL NA ÁREA DO ASSENTAMENTO SÃO JOAQUIM, SELVÍRIA/MS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Brugnolli Medeiros

    2014-03-01

    Full Text Available A análise da vulnerabilidade ambiental permite um diagnóstico sobre as fragilidades de uma bacia hidrográfica perante as diversas pressões exercidas sobre a mesma. Essa informação é favorável ao planejamento ambiental, pois possibilita identificar locais onde essas pressões exercidas têm potencial para causar uma maior degradação ambiental. Por isso a presente pesquisa teve como objetivo principal avaliar a vulnerabilidade ambiental na área do assentamento São Joaquim, localizado no município de Selvíria/MS, através do uso do geoprocessamento foi possível diagnosticar os locais onde a vulnerabilidade do solo é maior perante aos processos erosivos, a partir dos mapeamentos temáticos das características físicas como, declividade, solos, geologia, pluviosidade e uso da terra sendo feito o cruzamento entre estas variáveis através de pesos dados para cada característica. Através dos resultados obtidos, observou-se que de forma geral, a bacia obteve um grau de vulnerabilidade média elevada, abrangendo mais da metade de toda a área da bacia, mostrando que não é uma área muito vulnerável, mas é necessário este diagnostico, para apontar as fragilidade e potencialidades encontradas, para futuramente auxiliar em possíveis ações e novos estudos que ofereçam um melhor ordenamento à bacia, visando o aumento da qualidade de seus recursos naturais.

  6. Câncer em mulheres idosas das regiões Sul e Sudeste do Brasil: Evolução da mortalidade no período 1980 - 2005 Cancer in elderly women in the South and Southeast regions of Brazil: mortality trends in the 1980- 2005 period

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Vianna Basílio

    2008-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Com o envelhecimento progressivo da população, as neoplasias se constituíram em importante causa de morbimortalidade no Brasil. As regiões Sul e Sudeste apresentam as maiores taxas de mortalidade por câncer e abrigam os maiores contingentes de população idosa. OBJETIVO: Analisar a tendência da mortalidade por localizações selecionadas de câncer na população feminina de 60 anos ou mais das regiões Sul e Sudeste do Brasil, no período 1980-2005. METODOLOGIA: Os dados anuais da população residente e de mortalidade por câncer em geral e por câncer de esôfago, estômago, cólon/reto, pâncreas, pulmão, mama e colo de útero foram obtidos no DATASUS. A análise da tendência das taxas de mortalidade foi efetuada para três faixas etárias, a partir de 60 anos, através de modelos de regressão. RESULTADOS: Verificou-se tendência significativa de crescimento da mortalidade por câncer de cólon/reto, pâncreas, pulmão e mama nas três faixas etárias nas duas regiões. O câncer de estômago apresentou tendência significativa de decréscimo em todas as faixas etárias nas regiões Sul e Sudeste, enquanto para câncer de esôfago observou-se tendência significativa de declínio somente no Sudeste. CONCLUSÕES: Os padrões de mortalidade por câncer de mulheres idosas do Sul e Sudeste do Brasil acompanham tendências mundiais, tendo ocorrido importantes variações no período de estudo. Mecanismos envolvidos no comportamento da mortalidade em idosos, em grande parte ainda desconhecidos, assim como diferenças regionais e entre as gerações na prevalência de fatores de risco e proteção para câncer, poderiam explicar parcialmente os padrões observados. São necessários estudos que aprofundem a análise da mortalidade por câncer nesse grupo populacional.INTRODUCTION: With the gradual aging of the Brazilian population, cancer has gained an increasingly important role as a cause of morbidity and mortality. The

  7. Estudo biof?sico, temporal e an?lise da vulnerabilidade natural ? eros?o dos solos no munic?pio de Manacapuru, Amazonas

    OpenAIRE

    Oliveira, Maria Ant?nia Falc?o de

    2012-01-01

    A presente pesquisa teve como objetivo realizar um estudo biof?sico, multitemporal e an?lise da vulnerabilidade natural ? eros?o dos solos no munic?pio de Manacapuru, utilizando ferramentas geotecnol?gicas. O procedimento metodol?gico consistiu em quatro fases. A primeira refere-se ? estrutura??o e atualiza??o da base cartogr?fica para caracteriza??o dos aspectos biof?sicos da ?rea de estudo. A segunda fase consistiu na an?lise multitemporal das imagens de sat?lite buscando ide...

  8. Mudando o foco: um estudo exploratório sobre uso de drogas e violência no trabalho entre mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro, Brasil Cambiando el foco: un estudio exploratorio acerca del uso de drogas y violência en el trabalho de mujeres de las classes populares de Rio de Janeiro, Brasil Changing the focus: an exploratory study of drug use and worplace violence among women of popular classes in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Maria Scherlowski Leal David

    2005-12-01

    Full Text Available Este é um estudo exploratório para o mapeamento de fatores envolvidos na relação entre uso de drogas lícitas e ilícitas e violência no trabalho, em um grupo de mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro. Para este estudo foi utilizada uma abordagem quantitativa descritiva e analítica, e também abordagem qualitativa a partir de entrevistas aprofundadas com mulheres que sofrem ou haviam sofrido situações de violência no trabalho, utilizando a metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo. Os resultados evidenciam situações sócio-demográficas e de trabalho que podem ser consideradas como possíveis fatores de risco para o consumo de drogas e violência no trabalho. A análise qualitativa mostrou a forma como este grupo de mulheres vê o fenômeno do uso de drogas e da violência no trabalho, ampliando a compreensão sobre estas questões e fornecendo subsídios conceituais e metodológicos para estudos adicionais sobre o tema.La finalidad de este estudio exploratorio fue conocer los factores relacionados con el uso de drogas lícitas e ilícitas y la violencia en el trabajo en un grupo de mujeres de clases populares en la ciudad de Rio de Janeiro. Para este estudio se utilizó una aproximación cuantitativa descriptiva y analítica, además de una aproximación cualitativa a partir de entrevistas en profundidad con mujeres que sufren o habían sufrido situaciones de violencia en el trabajo. Se utilizó la metodología de análisis del discurso del sujeto colectivo. Los resultados evidencian situaciones sociodemográficas y de trabajo que pueden ser consideradas como posibles factores de riesgo para el consumo de drogas y violencia en el trabajo. El análisis cualitativo muestra como este grupo de mujeres percibe el fenómeno del uso de drogas y de violencia en el trabajo, ampliando la comprensión sobre estas cuestiones y dando aportes conceptuales y metodológicos para estudios adicionales sobre el tema

  9. Gênero e violência contra a mulher na literatura de enfermagem: uma revisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maiara Cardoso Duarte

    2015-04-01

    Full Text Available RESUMO Na produção científica sobre desigualdades na relação homens e mulheres destacam-se estudos sobre violência contra a mulher e a premência do seu reconhecimento como problema de saúde pública. Objetivo: considerando o potencial da Enfermagem para um olhar ampliado desta temática, pretendeu-se conhecer o que está sendo veiculado sobre gênero e violência contra a mulher nas principais revistas de enfermagem brasileiras. Método: realizou-se revisão integrativa, de publicações online, entre 2000 e 2012. Dos 138 artigos selecionados, 25 tratavam gênero e violência contra a mulher como construtos sociais. Resultados: predominaram as abordagens qualitativas (60%, investigações empíricas (60%, acadêmicas (100%, autorias envolvendo enfermeira(os (96%, violências conjugal (32% e doméstica (20%. A violência contra a mulher à luz de gênero foi associada em apenas 32% das publicações. Conclusão: há necessidade de incremento de estudos em parceria com o serviço e a ampliação das discussões que envolvem dinâmicas de poder e de resistência, que constituem a base do conceito de gênero.

  10. Saúde reprodutiva e mulheres indígenas do Alto Rio Negro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Azevedo

    Full Text Available O presente artigo descreve e analisa as concepções próprias das mulheres indígenas do Alto Rio Negro sobre saúde reprodutiva, relacionando-as a indicadores de fecundidade. As informações qualitativas apontam para um conhecimento detalhado e complexo que as mulheres indígenas dessa região possuem sobre seu corpo e os cuidados com sua saúde. Os níveis e padrões etários da fecundidade estão relacionados com a etnia das mulheres, portanto, aos sistemas tradicionais de cuidados com a saúde desses povos. A pesquisa foi desenvolvida entre 1997 e 2003, na região de Iauaretê, Terra Indígena Alto Rio Negro (AM, e teve como primeira fonte de dados o Censo Indígena Autônomo do Rio Negro - CIARN-, levado a efeito pela Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro - FOIRN - em 1992.

  11. Mulheres negras e brancas e os níveis de acesso aos serviços preventivos de saúde: uma análise sobre as desigualdades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emanuelle Freitas Goes

    Full Text Available O racismo institucional é um fator determinante no acesso aos serviços de saúde, principalmente para as mulheres negras que sofrem com o impacto das intersecções das desigualdades de gênero e raça. O objetivo deste estudo é determinar os diferenciais das características sócio demográficas e os níveis de acesso aos serviços preventivos de mulheres na Bahia, segundo raça/cor. Os resultados revelam que, para o nível de acesso considerado bom, as mulheres brancas representam 15,4%, enquanto as negras respondem por 7,9%. O estudo demonstrou que as desigualdades raciais e o racismo institucional são uma barreira no acesso aos serviços preventivos de saúde para as mulheres negras.

  12. Violências contra mulheres por parceiro íntimo em área urbana economicamente vulnerável, Brasília, DF Violencias contra mujeres por pareja íntima en área urbana económicamente vulnerable, Brasilia, Brasil Intimate partner violence against women in an economically vulnerable urban area, Central-West Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leides Barroso Azevedo Moura

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de tipos de violência e de comportamentos de controle praticados por parceiros íntimos contra mulheres residentes em área economicamente vulnerável. MÉTODOS: Conduziu-se estudo transversal com 278 mulheres de 15 a 49 anos que tiveram parceiros íntimos alguma vez na vida, residentes em uma área metropolitana de Brasília, DF, em 2007. Utilizou-se processo de amostragem aleatória sistemática. O instrumento de pesquisa constou de um questionário com 58 perguntas desenvolvido pela Organização Mundial de Saúde. Foram analisadas as prevalências de violência física, psicológica e sexual. As variáveis independentes consideradas foram características sociodemográficas da mulher, de contexto familiar e comunitário bem como as sociodemográficas do parceiro, de comportamento (freqüência do uso de bebidas ou drogas ilícitas e relacionamento extraconjugal. RESULTADOS: A prevalência de violência psicológica foi a mais alta: 80,2% (n=223 das mulheres entrevistadas relataram pelo menos um ato no decorrer da vida e 50% (n=139 nos últimos 12 meses. A prevalência de violência física ao longo da vida foi (58,6% e nos últimos 12 meses (32%, enquanto a prevalência de mulheres que sofreram violência sexual foi de 28,8% e 15,5%, respectivamente. CONCLUSÕES: As altas prevalências das violências mostram a magnitude da vulnerabilidade e das agressões praticadas contra mulheres nas relações com parceiros íntimos.OBJETIVO: Estimar la prevalencia de tipos de violencia y de comportamientos de control practicados por parejas íntimas contra mujeres residentes en área económicamente vulnerable. MÉTODOS: Se condujo estudio transversal con 278 mujeres de 15 a 49 años que tuvieron parejas íntimas alguna vez en la vida, residentes en un área metropolitana de Brasilia, capital de Brasil, en 2007. Se utilizó proceso de muestreo aleatorio sistemático. El instrumento de pesquisa constó de un cuestionario

  13. Associacao entre circunferencia da cintura e indice de massa corporal de mulheres brasileiras: PNDS 2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda de Oliveira Meller

    2014-01-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi analisar a associação entre a circunferência da cintura (CC e o índice de massa corporal (IMC de mulheres brasileiras em idade fértil, estudadas na última Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS, no ano de 2006. Este estudo é um recorte da PNDS, a qual é um estudo seccional, de base domiciliar. O estado nutricional foi avaliado através do IMC e da CC, considerando-se excesso de peso IMC > 25 Kg/m2e CC de risco > 80 cm. Para a avaliação da significância estatística foi usada Regressão de Poisson, que identificou os fatores associados à CC de risco em mulheres com e sem excesso de peso, apresentando-se o valor p correspondente ao teste de Wald para heterogeneidade ou tendência linear. Das 14.101 mulheres estudadas, 45,8% apresentaram excesso de peso e 55,5% CC de risco. Em relação à associação entre IMC e CC, constatou-se que 23,5% das mulheres sem excesso de peso apresentavam CC de risco. Após análise estratificada pelo IMC, a prevalência de CC de risco entre as mulheres sem excesso de peso foi maior nas regiões Nordeste, 26,0%, e Sudeste, 24,5%, e menor na região Sul, 18,5%. Conclui-se que as medidas antropométricas IMC e CC devem ser empregadas concomitantemente, uma vez que a utilização isolada dessas medidas pode desprezar indivíduos com risco para várias patologias.

  14. Redes sociais significativas de mulheres com transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Leonidas

    2013-01-01

    Full Text Available O presente artigo teve como objetivo investigar como se configuram as redes sociais significativas de mulheres com transtornos alimentares (TAs, o apoio social percebido e suas possíveis implicações para a evolução do quadro. Foram investigadas seis mulheres cadastradas em um serviço de assistência em TA da região sudeste do Brasil. Os instrumentos utilizados foram Mapa de Rede e entrevista semiestruturada. Os relatos foram submetidos à análise de conteúdo temática. Evidenciou-se que as relações interpessoais consideradas significativas eram muito escassas e apresentavam baixa qualidade em termos de grau do envolvimento e apoio mútuo, comprometendo o potencial de apoio e, consequentemente, o bem-estar das participantes. A família caracterizou-se como a principal fonte de apoio social. Concluindo, há necessidade de incluir as redes de apoio na assistência, a fim de fortalecê-las para prevenir agravos.

  15. Mulheres em cargos profissionais de chefia: o paradoxo da igualdade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabia Alberton de Silva Galvane

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo O artigo aqui apresentado foi construído a partir de informações obtidas em uma pesquisa realizada no ano de 2009, apresentada como Trabalho de Conclusão de Curso da Psicologia, ao Centro Universitário Barriga Verde - UNIBAVE (GALVANE, 2009. A pesquisa teve como objetivo geral verificar os sentidos produzidos por mulheres que ocupam cargos de chefia em indústrias de uma cidade do sul de Santa Catarina, Brasil. O modelo de pesquisa foi o qualitativo proposto por González Rey (2005. Os sujeitos da pesquisa foram sete mulheres e as informações obtidas por meio de entrevistas semiestruturadas. Neste artigo, propõe-se revisar informações obtidas e ampliar discussões outrora realizadas, utilizando-se das contribuições teóricas de Joan Scott e Judith Butler. Entre outras questões relevantes, o estudo sugere que as entrevistadas utilizam concepções baseadas em “certa essência feminina” como estratégia de visibilidade, permanência e poder no mercado de trabalho.

  16. Vulnerabilidade socioambiental, redução de riscos de desastres e construção da resiliência: lições do terremoto no Haiti e das chuvas fortes na Região Serrana, Brasil Socio-environmental vulnerability, disaster risk-reduction and resilience-building: lessons from the earthquake in Haiti and torrential rains in the mountain range close to Rio de Janeiro in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Machado de Freitas

    2012-06-01

    Full Text Available Dados sobre desastres no mundo apontam para uma maior gravidade nos países com menores níveis de desenvolvimento econômico e social. Neste contexto, políticas de redução de riscos de desastres e construção da resiliência constituem prioridades na agenda do desenvolvimento sustentável, estando entre os temas eleitos para a Rio+20. O objetivo deste artigo é, através de uma contribuição de natureza conceitual e dos exemplos de desastres em países com níveis de desenvolvimento diferentes, o terremoto do Haiti e as chuvas fortes na Região Serrana (Rio de Janeiro, Brasil, demonstrar como a vulnerabilidade socioambiental cria condições para os desastres, ao mesmo tempo em que limita as estratégias para prevenção e mitigação. Ao final são apontados alguns dos desafios que a redução de riscos de desastres e a construção da resiliência exigem em contextos de vulnerabilidade socioambiental, o que inclui mudanças nos padrões de desenvolvimento social, econômico e ambiental orientados para a sustentabilidade ecológica e a justiça social como pilares do desenvolvimento sustentável.Data on disasters around the world reveal greater seriousness in countries with lower social and economic development levels. In this context, disaster risk-reduction and resilience-building policies are priorities in the sustainable development agenda, featuring among the topics selected for the Rio+20 Summit. By means of a contribution of a conceptual nature and from examples of disasters in countries with different development levels, namely the Haiti earthquake and the torrential rains in the mountain range close to Rio de Janeiro in Brazil, the scope of this article is to demonstrate how socio-environmental vulnerability creates conditions for disasters, while at the same time limiting strategies for their prevention and mitigation. Lastly, some of the measures that disaster risk reduction and resilience-building demand in a socio

  17. Vulnerabilidade Natural do Solo de Silveira Martins-RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franciele Francisca Marmentini Rovani

    Full Text Available A análise ambiental, com base nos processos de morfogênese e pedogênese, possibilita informações importantes para a elaboração de políticas públicas visando o uso e ocupação da paisagem de maneira sustentável. Com isso, objetivou-se identificar os diferentes níveis de vulnerabilidade natural à perda de solo do município de Silveira Martins, RS. Foi elaborado um banco de dados espaciais em um ambiente de Sistemas de Informações Geográficas (SIG com auxílio do software Spring. O zoneamento da vulnerabilidade natural à perda de solo foi elaborado com base nas informações referentes à declividade, geomorfologia, geologia e solos de acordo com o grau de vulnerabilidade de cada informação, por meio da álgebra de mapas. Para o território municipal de Silveira Martins identificou-se a ocorrência de cinco classes. Destacam-se as unidades estáveis com predomínio dos processos formadores do solo (38,08% da área municipal, e as unidades moderadamente vulneráveis, prevalecendo os processos erosivos (53,67%. As áreas classificadas como moderadamente vulnerável e vulnerável (8,25%, correspondem a áreas com inclinações superiores a 25º e com formação geológica e geomorfológica menos estáveis. Nas unidades em que predominou a vulnerabilidade natural, sugere-se especial atenção em relação ao meio natural e aos agentes que o influenciam, visando boas práticas sociais associadas às políticas ambientais no processo de tomada de decisões econômicas, possibilitando a valorização e proteção do meio natural.

  18. Vulnerabilidad social y embarazo adolescente en México

    OpenAIRE

    Claudio Stern

    2004-01-01

    El artículo explora el papel que juega la vulnerabilidad social en el hecho de que haya una mayor propensión a que ocurran embarazos en la adolescencia en ciertos contextos. Para ilustrarlo se analiza un conjunto de historias de vida de jóvenes pertenecientes a diversos contextos socioculturales. Se muestra cómo ciertos elementos como la permanencia en la escuela, el acceso a la información y educación sexual, las oportunidades y aspiraciones de vida y la existencia de redes familiares y soci...

  19. Elementos de vulnerabilidade individual de adolescentes ao HIV/AIDS

    OpenAIRE

    Melina Mafra Toledo; Renata Ferreira Takahashi; Mónica Cecilia De-La-Torre-Ugarte-Guanilo

    2011-01-01

    A adolescência é caracterizada pela experimentação e descoberta, pelo desenvolvimento da autonomia e pela sexualidade. O objetivo desse estudo foi identificar as evidências científicas da literatura sobre os elementos da dimensão individual da vulnerabilidade de adolescentes ao HIV/AIDS. Através da revisão sistemática integrativa, em bases e bancos de dados eletrônicos (Cinahl PubMed, Scopus, LILACS, Adolec, Dedalus, BDTD e Portal de Teses da Universidade de São Paulo) rastrearam-se trabalhos...

  20. Vulnerabilidad social y embarazo adolescente en México

    OpenAIRE

    Claudio Stern

    2004-01-01

    El artículo explora el papel que juega la vulnerabilidad social en el hecho de que haya una mayor propensión a que ocurran embarazos en la adolescencia en ciertos contextos. Para ilustrarlo se analiza un conjunto de historias de vida de jóvenes pertenecientes a diversos contextos socioculturales. Se muestra cómo ciertos elementos como la permanencia en la escuela, el acceso a la información y educación sexual, las oportunidades y aspiraciones de vida y la exis...

  1. Vulnerabilidad del sector externo de México

    OpenAIRE

    2013-01-01

    En la primera década de este siglo, el sector externo y, en particular, el comercio exterior han tenido un auge significativo en las relacio- nes económicas internacionales. México no escapa a esta evolución de la globalización. El presente trabajo lleva a cabo un análisis de las diversas vulnerabilidades del sector externo mexicano. Entre las limitaciones se examinan: la concentración de las exportaciones en Estados Unidos, la pérdida de competitividad de las ventas con el exterior, los efec...

  2. Reflexiones sobre la violencia y vulnerabilidad en México

    OpenAIRE

    Miguel Ángel Vite Pérez

    2014-01-01

    El propósito de este artículo es plantear una explicación sociológica de la violencia ejer - cida por el Estado mexicano en su combate contra la llamada delincuencia organizada . Se observa que la violencia estatal puede considerarse un modo de introducción de nuevas reglas, cuyo objetivo es el no reconocimiento de las prácticas informales de ciertos grupos organizados con poder. Se estudia como el orden estatal se impone en un contexto de vulnerabilidad social, y que la seguridad pública bas...

  3. Quando as mulheres têm voz: um estudo sobre raça, gênero e cidadania

    OpenAIRE

    Alexandre de Salles

    2010-01-01

    A presente tese analisa as representações atuais nos discursos de mulheres negras das camadas pobres urbanas do Rio de Janeiro, assim como suas relações sociais entre o gênero masculino e feminino na atualidade. Focaliza esta discussão de gênero, em torno de temas como: família, relações de trabalho, participação social, emancipação da mulher e direitos. A partir de pesquisa empírica de histórias de vida buscamos analisar, comparativamente, as expectativas, os estereótipos, os problemas e as...

  4. PORCIONAMENTO E CONSUMO DE SALADAS POR MULHERES COM DIETA GERAL EM UNIDADE DE INTERNAÇÃO HOSPITALAR

    OpenAIRE

    Patricia Viganó CONTRI; Japur,Camila Cremonezi; Martinez,Edson Zangiacomi; Marta Neves Campanelli Marçal VIEIRA

    2010-01-01

    Avaliar o porcionamento e o consumo de saladas em mulheres com prescrição de dieta geral em uma unidade de internação hospitalar. Durante 3 dias foi avaliado o consumo de saladas de 38, 36 e 40 mulheres, respectivamente. A quantidade consumida foi calculada pela diferença entre o total ofertado e os restos dos pratos das pacientes avaliadas. A variação do porcionamento foi caracterizada e comparada com a porção padrão da instituição (30g). No terceiro dia, foi aplica...

  5. As experiências de mulheres jovens no processo do aborto clandestino – uma abordagem sociológica

    OpenAIRE

    Simone Mendes Carvalho; Graciele Oroski Paes

    2014-01-01

    Este artigo, baseado em pesquisa qualitativa, compatível com o tratamento do tema do abortamento clandestino como fenômeno social complexo, apresenta a experiência de mulheres jovens que recorreram ao aborto clandestino. Entrevistas semiestruturadas foram realizadas com 16 mulheres jovens, de 18 a 29 anos, atendidas em serviço público de saúde da família. Das 44 gravidezes dessas jovens, a metade foi ao aborto. Os resultados mostraram que a ocorrência dos casos de aborto foi maior em gravidez...

  6. As experiências de mulheres jovens no processo do aborto clandestino – uma abordagem sociológica

    OpenAIRE

    Carvalho,Simone Mendes; Paes,Graciele Oroski

    2014-01-01

    Este artigo, baseado em pesquisa qualitativa, compatível com o tratamento do tema do abortamento clandestino como fenômeno social complexo, apresenta a experiência de mulheres jovens que recorreram ao aborto clandestino. Entrevistas semiestruturadas foram realizadas com 16 mulheres jovens, de 18 a 29 anos, atendidas em serviço público de saúde da família. Das 44 gravidezes dessas jovens, a metade foi ao aborto. Os resultados mostraram que a ocorrência d...

  7. Mulheres na construção : uma alternativa para as trabalhadoras do Distrito Federal e do entorno?

    OpenAIRE

    de Oliveira, Talita Santos

    2014-01-01

    O debate sobre os programas de qualificação profissionais contemporâneos é de suma importância para o entendimento da relação entre o trabalho e as políticas sociais no marco do capitalismo financeiro e do Estado neoliberal, principalmente quando se leva em conta as desigualdades entre homens e mulheres quanto ao acesso e à permanência no mercado de trabalho. Apesar da presença feminina no mercado de trabalho estar consolidada, a maioria das mulheres segue empregada em profissões e ocup...

  8. A mulher entre (invisibilidades e corpos adormecidos: percebendo o gênero nas tessituras do silêncio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Lailsa Ribeiro Pinto

    2014-10-01

    Full Text Available Este trabalho documental de cunho qualitativo pretende tecer gestos de interpretação acerca das representações da mulher a partir do romance A casa das belas adormecidas apontando para vestígios da segregação social e política a que as mulheres foram historicamente situadas que ocasionaram em sua ampla invisibilidade enquanto sujeito. Desta forma, Kawabata descreve as profundezas da alma feminina através da aparição do corpo em cena enquanto objeto de desejo, cuja invisibilidade mostra-se produzida a partir de discursos que caracterizam e distinguem lugares sociais para homens e mulheres apresentando muitas vezes o mundo doméstico como “verdadeiro” lugar da mulher. Nossos fundamentos teóricos baseiam-se em PERROT (2003, BEAUVOIR (1949 e LAURETIS (1994 e LOURO (1997, para que sejam lançados olhares reflexivos acerca do silenciamento ocasionado pela representação simbólica das diferenças entre os sexos, que apoiam e sustentam um sistema de gênero que ainda preserva resquícios da desigualdade entre os gêneros na atualidade.

  9. Consulta de enfermagem à mulher hipertensa: uma tecnologia para educação em saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zélia Maria de Sousa Araújo Santos

    2003-12-01

    Full Text Available O trabalho objetivou a aplicação da consulta de enfermagem baseada na Teoria do Autocuidado de Orem, e a identificação da satisfação desta mulher com o engajamento no autocuidado. A consulta foi aplicada mensalmente durante seis meses em 50 mulheres. Em cada consulta foi avaliado o déficit de autocuidado e as habilidades da mulher para o desenvolvimento das atividades do autocuidado. Comprovou-se que a maioria das mulheres superou o déficit de autocuidado, adquiriu habilidades técnicas e cognitivas para o exercício das atividades de autocuidado, engajando-se no perfil desejável para a melhoria da qualidade de vida. Estas mudanças foram intensificadas a cada consulta. Constatou-se que a nova tecnologia aplicada traz influências altamente positivas para a cliente e assegura a qualidade do serviço de enfermagem.

  10. Conflitos e sentimentos de mulheres portadoras de HIV/AIDS: um estudo bibliográfico Conflictos y sentimientos de las mujeres portadoras de VIH/SIDA: una investigación bibliográfica Feelings and conflicts ofwomen living with HIV/AIDS: a literature research

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Luciana Botti

    2009-03-01

    Full Text Available Pesquisa bibliográfica que buscou identificar como os conflitos e sentimentos das mulheres portadoras de HIV/Aids são abordados na literatura nacional e os caminhos propostos para uma abordagem de cuidado integral. Os dados foram coletados em novembro de 2006, na base de dados LILACS, utilizando as palavras-chave: mulheres, sentimentos, HIV, Aids, sofrimento, depressão e medo e como critério de inclusão o fato de os estudos terem sido divulgados nos últimos cinco anos. A amostra ficou constituída de catorze pesquisas (quatro teses, duas dissertações e oito artigos. O método de análise de conteúdo permitiu identificar três categorias temáticas: o olhar do pesquisador, o que seu olhar identifica e o seu olhar para além do corpo físico - as quais revelam a necessidade de abordar as mulheres considerando todo o seu contexto enquanto ser humano, incluindo questões de vulnerabili-dade, ideologia social de gênero, promoção da auto-estima e exercício da cidadania.Se trata de una investigación bibliográfica que buscó identificar como los conflictos y sentimientos de las mujeres portadoras de HIV/SIDA son abordados en la literatura nacional y los caminos propuestos para un abordaje de cuidado integral. Los datos fueron recolectados en noviembre de 2006, en la base de datos LILACS, utilizando las palabras clave: mujeres, sentimientos, HIV, SIDA, sufrimiento, depresión y miedo y como criterio de inclusión la divulgación del estudio en los últimos cinco años. La muestra fue constituida de catorce investigaciones (cuatro tesis, dos disertaciones y ocho artículos. El método de análisis de contenido permitió identificar tres categorías temáticas: la perspectiva del investigador, lo que su perspectiva identifica y su perspectiva más allá del cuerpo físico - las cuales revelan la necesidad de abordar a las mujeres considerando todo su contexto en cuanto ser humano, incluyendo cuestiones de vulnerabilidad, ideología social de

  11. Vulnerabilidade na adolescência: a experiência e expressão do adolescente Vulnerabilidad en la adolescencia: la experiencia y expresión del adolescente Vulnerability in adolescence: the experience and expression of the adolescent

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Barbosa de Jesus

    2011-06-01

    Full Text Available Estudo transversal, quantitativo, cujo objetivo foi identificar situações de vulnerabilidade vivenciadas pelos adolescentes do ensino médio da rede pública de Cuiabá, Mato Grosso, no segundo semestre de 2009. Utilizou-se questionário fechado. Os resultados revelaram que 10,5% dos meninos e 5,8% das meninas já fizeram uso de drogas ilícitas, aos 15 anos, sendo a cocaína (28,9% e a maconha (15,7% as mais relatadas; 45,2% dos meninos e 52,4% das meninas consomem bebidas alcoólicas, sendo a cerveja a mais comum. Entre os que se declararam fumantes (16,0%, a maioria iniciou o consumo aos 15 anos. Houve relato de violência sexual, dos quais somente 33,3% dos meninos e 25,0% das meninas procuraram ajuda. Entre os que não procuraram ajuda, o motivo relatado foi medo e vergonha. Destaca-se a necessidade de serviços específicos para prevenção e tratamento de adolescentes em situações de vulnerabilidade, tendo em vista a ocorrência e consequências destes agravos.Este estudio transversal tuvo por objetivo identificar las situaciones de vulnerabilidad vivenciadas por adolescentes de la escuelas públicas de Cuiabá, Mato Grosso, Brasil. Los resultados revelan que el 10,5% de los varones y el 5,8% de las chicas ya han usado drogas ilícitas a los 15 años (40,0% de los varones y 27,7% de las chicas; 45,2% de los varones y 52,4% de las chicas consume bebidas alcohólicas. Entre los que declararon que fuman (16,0%, la mayoría se inició a los 15 años. Hubo relatos de violencia sexual por parte de un 3,0% de los varones y 1,2% de las chicas, de los cuales solamente el 33,3% de los varones y 25,0% de las chicas buscaron ayuda. Teniendo en vista la ocurrencia y consecuencias de los hechos constatados, se destaca la necesidad de servicios específicos para la prevención y tratamiento de adolescentes en situaciones de vulnerabilidad.This transversal study aims to identify vulnerability experienced by adolescents of public secondary schools in

  12. Um encontro de mulheres: dar à luz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maysa Luduvice Gomes

    1998-09-01

    Full Text Available Este trabalho analisa a relação que se estabelece entre a mulher durante o processo de parturição e a enfermeira obstetra, mulher e agente institucional. Discute-se como a experência de submissão é vivenciada pela mulher, sujeito de um processo anátomo-fisiológico, e a forma pela qual se expressa o exercício do poder e dominação da instituição que a enfermeira representa sobre a mulher usuária. Expõe-se a submissão da mulher ao serviço e sua expectativa com relação ao momento do parto, ao medo da dor e aos maus tratos. Analisa-se o poder sutil e educado exercido pela enfermeira sobre a parturiente, mostrando também que é uma mulher que cuida de outra, expressando sua subjetividade, a qual é sufocada pelo padrão da racionalidade científica moderna. A abordagem foi qualitativa e os dados, coletados através da observação participante em entrevista semi-estruturada, foram analisados dialeticamente.

  13. Características reprodutivas de mulheres de 15 a 49 anos: estudos comparativos e planejamento de ações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olinto Maria Teresa A.

    1999-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A disponibilidade de dados sobre o perfil socioeconômico, demográfico e reprodutivo das mulheres tanto em nível nacional, regional e municipal permite comparações entre regiões além de oferecer subsídios para o planejamento de ações do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal de base-populacional com uma amostra de 3.002 mulheres de 15 a 49 anos residindo na zona urbana da cidade de Pelotas, RS. As informações socioeconômicas, demográficas e reprodutivas foram obtidas através de um questionário estruturado. A análise foi realizada através da comparação estatística de médias e proporções. Na análise da esterilização os dados foram controlados para a idade. RESULTADOS: Cerca de 56% das mulheres eram casadas/em união e 35% solteiras. Um terço das mulheres eram donas-de-casa e 50% tinham trabalho remunerado. Cerca da metade das adolescentes tinham vida sexual ativa, e dessas, 33% já tinham estado grávidas. Observou-se elevado percentual de gravidez indesejada principalmente entre as jovens. O número médio de filhos entre as mulheres de 45 a 49 anos - final da vida reprodutiva - foi de 2,4. Os métodos contraceptivos mais prevalentes foram a pílula e a esterilização. Entre as mulheres casadas/em união, 15% estavam esterilizadas. Cerca de 25% das mulheres acima de 35 anos haviam feito ligadura tubária. Entre as mulheres esterilizadas, 29,6% tinham tido perda fetal e 18,3% haviam tido pelo menos um filho prematuro. Entre o total de maridos/companheiros, 20% não aceitavam o uso de pelo menos um método contraceptivo. CONCLUSÕES: Os resultados confirmam a necessidade de uma maior atenção e desenvolvimento de programas especiais para adolescentes, de melhorias no acesso aos serviços, de expansão do uso das opções anticoncepcionais disponíveis e de ações programáticas e pesquisas sobre o tema "homem/saúde reprodutiva".

  14. Atividade reflexiva com mulheres que sofreram violência doméstica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Eduarda Ramos

    Full Text Available Este trabalho está baseado em uma atividade reflexiva de grupo com mulheres que sofreram violência doméstica. Esse grupo teve como objetivos: promover discussões que propiciassem a reflexão das mulheres sobre novas formas de enfrentamento das situações de violência ou das consequências desta e formar uma rede social de apoio às mulheres e oportunizar vivências de interação entre as participantes para gerar aprendizagem, desenvolvendo mudanças na sua realidade social. Para isso, foram utilizadas reflexões de ensino-aprendizagem baseadas nas teorias de Paulo Freire, nas quais todos(as ensinam e aprendem. O grupo proporcionou a aprendizagem de novas formas de agir e pensar por meio da interação entre suas participantes. As mudanças foram percebidas através dos relatos sobre a forma pela qual conseguiam buscar seus direitos de igualdade de gênero, ou ainda, como estavam agindo, não se submetendo às agressões físicas e psicológicas de seus companheiros, repensando suas atitudes em relação a eles. Identificou-se, por meio deste trabalho, que, quanto mais agentes multiplicadores se mobilizarem para fazer algo, mais se promove uma sociedade que reflita sobre os papéis estabelecidos para mulheres e homens, sobre a desigualdade de gênero, os direitos humanos e a violência doméstica.

  15. Atividade reflexiva com mulheres que sofreram violência doméstica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Eduarda Ramos

    Full Text Available Este trabalho está baseado em uma atividade reflexiva de grupo com mulheres que sofreram violência doméstica. Esse grupo teve como objetivos: promover discussões que propiciassem a reflexão das mulheres sobre novas formas de enfrentamento das situações de violência ou das consequências desta e formar uma rede social de apoio às mulheres e oportunizar vivências de interação entre as participantes para gerar aprendizagem, desenvolvendo mudanças na sua realidade social. Para isso, foram utilizadas reflexões de ensino-aprendizagem baseadas nas teorias de Paulo Freire, nas quais todos(as ensinam e aprendem. O grupo proporcionou a aprendizagem de novas formas de agir e pensar por meio da interação entre suas participantes. As mudanças foram percebidas através dos relatos sobre a forma pela qual conseguiam buscar seus direitos de igualdade de gênero, ou ainda, como estavam agindo, não se submetendo às agressões físicas e psicológicas de seus companheiros, repensando suas atitudes em relação a eles. Identificou-se, por meio deste trabalho, que, quanto mais agentes multiplicadores se mobilizarem para fazer algo, mais se promove uma sociedade que reflita sobre os papéis estabelecidos para mulheres e homens, sobre a desigualdade de gênero, os direitos humanos e a violência doméstica.

  16. A vulnerabilidade da adolescente às doenças sexualmente transmissíveis: contribuições para a prática da enfermagem La vulnerabilidad del adolescente a las enfermedades de transmisión sexual: contribuciones a la práctica de enfermería Contributions to the practice of nursing: the vulnerability of adolescents to sexually transmitted diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cláudia Mateus Barreto

    2009-12-01

    Full Text Available Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, cujo método empregado foi a História de Vida. Teve por objeto de estudo a vulnerabilidade da adolescente à doença sexualmente transmissível (DST. Os objetivos foram: identificar a condição de vulnerabilidade da adolescente em atendimento em maternidade pública no Rio de Janeiro; descrever as estratégias adotadas por adolescentes para prevenção das doenças sexualmente transmissíveis; analisar, a partir da história de vida de adolescentes, sua condição de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis. A partir da realização deste estudo, evidenciou-se que as adolescentes, ao conviverem em núcleos familiares não coesos, são menos resilientes e, consequentemente, mais vulneráveis a contrair uma DST. O estudo evidenciou a importância de os enfermeiros se apropriarem dos conceitos de vulnerabilidade e resiliência para se tornarem aptos a estimular e aumentar a autoestima das adolescentes, e diminuir a sua vulnerabilidade às DST.Se trata de una investigación de naturaleza cualitativa, cuyo método empleado fue los historias de Vida. Tuvo por objeto de estudio la vulnerabilidad del adolescente a las enfermedades sexualmente transmisibles (EST. Los objetivos fueron: identificar la condición de vulnerabilidad del adolescente que recibe atención en la maternidad pública en Río de Janeiro; describir las estrategias adoptadas por los adolescentes para la prevención de las enfermedades sexualmente transmisibles; analizar, a partir de la Historia de vida de adolescentes, su condición de vulnerabilidad a las enfermedades sexualmente transmisibles. A partir de la realización de este estudio, se evidenció que adolescentes al convivir en núcleos familiares sin cohesión, son menos resistentes, y consecuentemente, más vulnerables a contraer una enfermedad sexualmente transmisible. El estudio evidenció la importancia de que los enfermeros (as se apropien de los

  17. Declaração de Helsinki: relativismo e vulnerabilidade The Helsinki Declaration: relativism and vulnerability

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debora Diniz

    2001-06-01

    Full Text Available A Declaração de Helsinki representou um marco fundamental para a pesquisa clínica envolvendo seres humanos. Desde a promulgação da Declaração, uma série de revisões e modificações foram feitas ao texto original, mas nenhuma delas modificou seu espírito humanista ou diminuiu sua força como instância reguladora da pesquisa clínica. Nos últimos quatro anos, no entanto, vem sendo debatida uma proposta de modificação dos princípios éticos da Declaração. No caso desta proposta ser aprovada, a pesquisa clínica internacional com seres humanos será radicalmente modificada, aumentando a vulnerabilidade de certos grupos sociais. Neste artigo, apresentamos o processo histórico de promulgação da Declaração de Helsinki e os mais recentes debates em torno da proposta de modificação. Trata-se de uma análise das implicações do novo texto para os países subdesenvolvidos e da defesa da necessidade de uma consideração política do conceito de vulnerabilidade.The Helsinki Declaration is a crucial ethical landmark for clinical research involving human beings. Since the Declaration was issued, a series of revisions and modifications have been introduced into the original text, but they have not altered its humanist approach or its international force for regulating clinical research. A proposal for an extensive revision of the Declaration's underlying ethical principles has been debated for the past four years. If the proposal is approved, international clinical research involving human beings will be modified, further increasing the vulnerability of certain social groups. This article discusses the historical process involved in passing the Helsinki Declaration and the most recent debate on the new draft. The article analyzes the new text's social implications for underdeveloped countries, arguing for a political approach to the vulnerability concept.

  18. O transtorno bipolar na mulher Bipolar disorder in women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandro de Borja Gonçalves Guerra

    2005-01-01

    Full Text Available Diferenças sexuais, descritas em vários transtornos psiquiátricos, também parecem estar presentes no transtorno afetivo bipolar (TAB. A prevalência do TAB tipo I se distribui igualmente entre mulheres e homens. Mulheres parecem estar sujeitas a um risco maior de ciclagem rápida e mania mista, condições que fariam do TAB um transtorno com curso mais prejudicial no sexo feminino. Uma diátese depressiva mais marcante, uso excessivo de antidepressivos e diferenças hormonais surgem como hipóteses para explicar essas diferenças fenomenológicas, apesar das quais, mulheres e homens parecem responder igualmente ao tratamento medicamentoso. A indicação de anticonvulsivantes como primeira escolha em mulheres é controversa, a não ser para o tratamento da mania mista e, talvez, da ciclagem rápida. O tratamento do TAB na gravidez deve levar em conta tanto os riscos de exposição aos medicamentos quanto à doença materna. A profilaxia do TAB no puerpério está fortemente indicada em decorrência do grande risco de recorrência da doença nesse período. Embora, de modo geral, as medicações psicotrópicas estejam contra-indicadas durante a amamentação, entre os estabilizadores do humor, a carbamazepina e o valproato são mais seguros do que o lítio. Mais estudos são necessários para a confirmação das diferenças de curso do TAB entre mulheres e homens e a investigação de possíveis diferenças na efetividade dos tratamentos.Gender differences, described in several psychiatric disorders, seem to be also present in bipolar disorder (BD. The prevalence of bipolar I disorder is equally distributed between women and men. Women seem to be at higher risk for rapid cycling and mixed mania, conditions that could make BD a disorder with a more severe course in the female sex. A marked depressive diathesis among women, greatest use of antidepressants and hormonal differences have been mentioned as hypotheses to explain these

  19. Representações sociais da violência contra a mulher na perspectiva da enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Maria Cezar Leal

    2011-06-01

    Full Text Available A violência contra a mulher constitui grave problema de Saúde Pública; ocorre no mundo inteiro em todas as classes sociais. O objetivo do estudo foi conhecer as representações sociais da violência contra a mulher na perspectiva de enfermeiras alunas de uma Escola Superior de Enfermagem de Lisboa/Portugal. Realizou-se pesquisa exploratória com respaldo das representações sociais, da qual participaram cento e cinquenta enfermeiras, sendo os dados coletados por meio de questionário. Para análise, utilizou-se o software DataVic 4.3. Resultados apontam que as representações sociais da violência contra a mulher estão restritas ao universo consensual pelo qual são produzidas, constituído, sobretudo, pela conversação informal e pela vida cotidiana. Apontam, também, que a violência não é entendida como um problema de saúde. Considera-se que o embasamento teórico sobre o tema e o envolvimento institucional dos Serviços de Saúde contribuirão para a inserção da violência contra a mulher na agenda da Saúde Pública.

  20. O consumo de pornografia na internet numa amostra de mulheres Portuguesas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria João Gaspar

    2012-07-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar e identificar alguns comportamentos sexuais relacionados com o consumo de pornografia online numa amostra de mulheres portuguesas. Método: Neste websurvey participaram 216 mulheres (Média de idade = 27,89; DP = 6,40; máx. = 58; mín. = 18 respondendo a um questionário online acerca do seu consumo de pornografia online e comportamentos sexuais associados. O estudo foi divulgado através do método snowball via e-mail e em diversos chatrooms em diferentes horas do dia e da noite. Resultados: 56,9% das mulheres já visitou sites pornográficos e 7% gasta mais de 6 horas por semana nesta atividade. Entretenimento, curiosidade e obtenção de excitação sexual são as principais motivações para este comportamento. Os resultados revelam ainda uma enorme diversidade de conteúdos pornográficos procurados. Conclusão: Este estudo mostra que a Internet pode ser uma ferramenta usada por algumas mulheres para o consumo de pornografia, com uma diversidade de objetivos e de conteúdos, e permite a identificação de alguns tópicos para futura investigação.

  1. As vulnerabilidades na infância e adolescência e as políticas públicas brasileiras de intervenção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franciele Fagundes Fonseca

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar e discutir as vulnerabilidades na infância e na adolescência, bem como as políticas públicas brasileiras de intervenção. FONTES DE DADOS: Realizou-se uma revisão narrativa, entre 1990 e 2012, em periódicos dos bancos de dados contidos na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS. Aplicou-se a combinação dos seguintes descritores: "Saúde do Adolescente", "Saúde da Criança", "Políticas Públicas de Saúde" e "Vulnerabilidade". Além disso, documentos oficiais do Estado Brasileiro, Estatuto da Criança e do Adolescente, Criação dos Conselhos Tutelares, Programa Bolsa Família e o Programa Saúde na Escola foram avaliados. SÍNTESE DOS DADOS: Os resultados foram apresentados em cinco categorias de análise: As Vulnerabilidades das Crianças e Adolescentes no Brasil, Políticas Públicas de Intervenção aos Fatores de Risco na Infância e Adolescência, Estatuto da Criança e do Adolescente e o Conselho Tutelar, Programa Bolsa Família e Programa Saúde na Escola. As publicações revelaram que as crianças e adolescentes são vulneráveis às situações ambientais e sociais. As vulnerabilidades manifestam-se em violência cotidiana, no contexto familiar e escolar, obrigando crianças e adolescentes a se inserirem precocemente no mercado de trabalho e/ou no tráfico de drogas. Para o enfrentamento desses problemas, o Governo instituiu o Estatuto da Criança e do Adolescente, além de programas sociais. CONCLUSÕES: A literatura expõe os riscos vivenciados pelas crianças e adolescentes no Brasil. Em contrapartida, identificou-se o esforço do Governo para eliminar ou minimizar o sofrimento daqueles em situação de vulnerabilidade, por meio de políticas públicas direcionadas a esse contingente populacional.

  2. A INSERÇÃO DA MULHER NO MERCADO DE TRABALHO E A QUESTÃO DE GÊNERO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Terezinha Brumatti Carvalhal

    2011-11-01

    Full Text Available O presente artigo versa sobre as reflexões que vimos realizando sobre o conceito degênero, especialmente as contribuições teóricas desse conceito, sob a perspectiva geográfica. Apartir das mudanças que têm ocorrido com a inserção da mulher no mercado de trabalho, bem comoa nova estruturação das famílias e as repercussões no âmbito político e representativo das entidadesde organização dos trabalhadores, os sindicatos.

  3. A Prevenção do HIV / AIDS segundo o olhar das mulheres: o caso do Grupo de Direitos Reprodutivos em Juiz de Fora / MGª La prevencíon del HIV/SIDA según el punto de vista de las mujeres: el caso del grupo de derechos reproductivos en Juiz de Fora / MG, Brasil HIV/AIDS prevention according to womens view: the reproductive rights group case in Juiz de Fora / MG, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elenir Pereira de Paiva

    2006-08-01

    Full Text Available El estudio tuvo como objetivo lás prácticas del HIV según la visión de mujeres participantes del Grupo de Derechos Reproductivos, pues, a pesar de las diversas campãnas dirigidas a la prevención, las estadísticas indican un aumento significativo de mujeres infectadas por el HIV. Los objetivos fueron: identificar las informaciones que las participantes del Grupo de Derechos Reproductivos poseen sobre las formas de prevención contra el HIV; identificarestratégias de prevención contra el HIV que las mujeres del Grupo de Derechos Reproductivos adoptan en su práctica sexual; Analisar las formas de prevención contra el HIV adoptadas por las mujeres del Grupo de Derechos Reproductivos en el Departamento de Urgencia y Emergencia Norte (DUEN en Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil. Metodología: se dio prioridad a la investigación cualitativa, bajo la forma de estudio de caso originarias del grupo de discusión mencionado. Para la colección de los datos, se usó la entrevista semi-estructurada, junto con la observación participante com registro en diario de campo. Los resultados sugieren que las participantes todavía se mantienen perplejas en lo referente a las formas de transmisión del HIV, continuan representando al SIDA como una enfermedad peligrosa e incurable y, a despecho de valorizar el preservativo como mecanismo de prevención, encuentran resistencia de sus parejas en lo que concierne al uso de los mismos. El grupo refiere no adoptar métodos preventivos de forma contínua. Teorías de aprendizado fueron analizadas con el objetivo de conocer com qué tipo de aprendiz estamos trabajando. Al final se presentan algunas consideraciones y sugerencias, teniendo en cuenta hacer más efectivas las acciones educativas en esta área de la salud pública.O estudo teve como objeto as práticas de prevenção do HIV na visão de mulheres participantes do Grupo de Direitos Reprodutivos¹ pois, apesar das diversas campanhas dirigidas à preven

  4. Vulnerabilidade socioambiental, inundações e repercussões na Saúde em regiões periféricas: o caso de Alagoas, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neison Cabral Ferreira Freire

    2014-09-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo analisar a vulnerabilidade socioambiental das populações afetadas por desastres, adotando como estudo de caso as inundações ocorridas no Estado de Alagoas, Brasil, em 2010. Para tanto, foram pesquisadas as bases de dados Scielo e Medline, livros, dissertações e teses. Além disso, foram levantadas e analisadas matérias publicadas na imprensa local e nacional sobre essas inundações. Realizou-se também uma visita à Colônia Prisional Santa Fé, localizada no município de União dos Palmares (AL, onde se encontra abrigada parte da população afetada por inundações. A vulnerabilidade resulta, entre outras coisas, de condições de vida precárias dessa população. Mas, mesmo entre os vulneráveis há alguns grupos que se tornam ainda mais vulneráveis, vivenciando sem possibilidades de mudança uma situação de cronificação do desastre, de perpetuação do ciclo vicioso da pobreza e das precárias condições de vida.

  5. CONHECIMENTO DOS MOTIVOS QUE LEVARAM A MULHER DE VARGEM GRANDE PAULISTA A REALIZAR O PAPANICOLAU - PARTE I

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Teresa Cícero Laganá

    Full Text Available Nesta primeira abordagem as autoras discutem a situação do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher no Estado de São Paulo e enfatizam o déficit de informação acerca da epidemiología social dos comportamentos das mulheres em relação a práticas de saúde. Focalizam o exame preventivo de Papanicolau e relacionam os motivos que levaram as mulheres de Vargem Grande Paulista a fazê-lo. Analisam este conhecimento à luz dos critérios propostos por KULBOK5 para, posteriormente, aplicá-los na prática (Parte II.

  6. The effect of Home Visit during the first six weeks of postpartum on the quality of life of primiparous women referred to Shiraz health centers of Shiraz University of Medical Sciences Efecto de la visita domiciliaria en las seis primeras semanas de postparto en la calidad de vida de las mujeres primíparas Efeito da visita domiciliária nas seis primeiras semanas de pós-parto na qualidade de vida das mulheres primíparas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fariba Ghodsbin

    2012-08-01

    , en el que se trataron los temas de nutrición, apoyo físico, forma de tener una apropiada relación con su cónyuge y ejercicios para el posparto. En las semanas 0 y 6 se aplicó la SPQOF en los dos grupos de estudio. Resultados. Ambos grupos fueron similares con respecto a las variables sociodemográficas. La diferencia entre los puntajes de SPQOL de la primera y segunda evaluación fue 39.6 en el grupo de intervención versus 6.2 en el grupo control (pObjetivo. Avaliar o efeito da visita domiciliária nas seis primeiras semanas de pós-parto na qualidade de vida de mulheres primíparas. Metodologia. Ensaio clinico controlado. As 52 mulheres primíparas que foram remetidas aos centros de saúde da Universidade de Shiraz (Irã foram atribuídas em forma aleatória ao grupo de intervenção (n=26 ou ao de controle (n=26. Aplicou-se um instrumento que incluía informação demográfica e a escala Specific Postnatal Quality of Life -SPQOL- (30 itens com opções de resposta tipo Lickert que vão de 0 a 4, a maior pontuação major qualidade de vida. A intervenção foi realizada durante as primeiras seis semanas de pós-parto; consistiu num programa educativo desenvolvido em quatro sessões de 30 minutos a uma hora, no que se trataram os temas de nutrição, apoio físico, forma de ter uma apropriada relação com o esposo e exercícios para o pós-parto. Nas semanas 0 e 6 se aplicou a SPQOF nos dois grupos de estudo. Resultados. Ambos grupos foram similares com respeito às variáveis sócio-demográficas. A diferença entre as pontuações de SPQOL da primeira e segunda avaliação foi 39.6 no grupo de intervenção contra 6.2 no grupo controle (p<0.001. Conclusão. Os resultados deste estudo indicam que o programa de visita domiciliária se relacionou com a melhoria na qualidade de vida das mulheres primíparas nas primeiras seis semanas de pós-parto.

  7. ALTERAÇÕES CITOLÓGICAS ASSOCIADAS A INFECÇÃO PELO PAPILOMAVIRUS HUMANO EM MULHERES ATENDIDAS EM UM HOSPITAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilly de Oliveira Silva

    2016-01-01

    Full Text Available O Papilomavírus Humano (HPV é atualmente a principal causa de virose sexualmente transmissível, sendo sua principal consequência o câncer de colo de útero. Neste contexto, este estudo teve como objetivo avaliar as alterações citológicas em mulheres atendidas em um hospital. Tratou-se de uma pesquisa do tipo quantitativa, de caráter documental, composta por 198 mulheres que apresentaram lesão devido à infecção pelo HPV e atendidas no Hospital Alpheu de Quadros. Os dados foram coletados por meio de registros arquivados no computador do hospital. Das mulheres infectadas pelo HPV, 66,7% tinham entre 20 e 39 anos e das que relataram sua iniciação sexual 61,6% tinham entre 16 e 20 anos. A maioria dessas mulheres foi diagnosticada com lesão intraepitelial de alto grau (HSIL seja na citologia ou na biópsia. O resultado pós Cirurgia de Alta Frequência apresentou-se positivo, pois houve diminuição de HSIL das mulheres. Ações de saúde pública podem prevenir a incidência e mortalidade pelo câncer de colo de útero quase que totalmente, desde que o planejamento destas ações esteja em concordância com o conhecimento científico atual.

  8. Representações sociais de mulheres sobre o cheiro do leite materno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gerlaine de Oliveira Leite

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Analisar as representações sociais de mulheres acerca do cheiro do leite materno. Métodos: Estudo qualitativo, realizado em 2015, com 33 mulheres/puérperas em um hospital universitário de Pernambuco, por meio de entrevista individual semiestruturada. Os dados coletados, submetidos ao software IRAMUTEQ, foram interpretados à luz da Teoria das Representações Sociais. Resultados: Dentre as representações sociais, a aceitação foi predominante, mesmo quando a percepção olfatória do cheiro do leite era desagradável, prevalecendo a importância desse alimento para a saúde da criança. Outras representações foram o incômodo causado pelo cheiro e os cuidados para amenizá-lo, o apoio do companheiro, o desprendimento no relacionamento interpessoal e a caracterização do olfato/sabor do leite. Conclusão: A aceitação foi a mais expressiva entre as representações sociais sobre o cheiro do leite, porém constataram-se percepções desagradáveis, evidenciando que estas particularidades do leite humano devem ser incluídas nas orientações à mulher e à família desde o pré-natal.

  9. Histórias de resistência de mulheres negras Resistance stories of African-Brazilian women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stela Nazareth Meneghel

    2005-12-01

    Full Text Available Esta é uma pesquisa intervenção na qual foram usadas oficinas de narrativas de histórias como dispositivo para estimular o empoderamento de mulheres. Essas oficinas, que contaram com a participação de dez mulheres em situação de violência de gênero, foram realizadas na sede da organização não-governamental Maria Mulher, situada na Vila Cruzeiro do Sul, no município de Porto Alegre. A partir de oficinas de narrativas de histórias em que se tematizaram histórias do feminino, especialmente afro-brasileiras, a pesquisa teve como objetivo principal compreender o que acontece com as mulheres que sofreram ou sofrem violência. Realizadas em cinco encontros nos quais as mulheres contaram e ouviram histórias e participaram de vivências, as oficinas oportunizaram espaço para narrar, ouvir e ritualizar as histórias das orixás e ressignificar as vidas a partir dessas vivências. Essa intervenção operou com as subjetividades das mulheres que fizeram parte da pesquisa e mostrou-se capaz de fortalecer algumas delas. A experiência constituiu um dispositivo de estímulo ao empoderamento das mulheres e contribuiu para o resgate da memória individual e coletiva desse grupo.This study consists of an intervention using narrative workshops as a device to stimulate the empowerment of women. Ten women, victims of gender violence, took part in a workshop developed by non-governmental organization for African-Brazilian women Maria Mulher, which gives assistance to women living in Vila Cruzeiro do Sul, in the city of Porto Alegre. The main objective of the research was to debate questions related to gender and violence, making use of stories and histories related to the feminine, specifically African-Brazilian stories. Five meetings were held, where the women told and were told stories, took part in group discussions, experiences and rituals. The workshops gave those women a space where they could tell and hear stories, take part in the rituals of

  10. Vulnerabilidades urbanas en los países andinos. Introducción general

    OpenAIRE

    D’Ercole, Robert; Hardy, Sébastien; Metzger, Pascale; Robert, Jérémy

    2014-01-01

    1. Vulnerabilidades urbanas Este número temático del Bulletin de l’Institut Français d’Études Andines pretende ser una contribución al conocimiento de la vulnerabilidad urbana de tres países andinos: Bolivia, el Ecuador y el Perú. La vulnerabilidad urbana se entiende como la dificultad de las ciudades para anticipar y enfrentar fenómenos físicos o antrópicos (sismos, inundaciones, deslizamientos de tierra, incendios, explosiones o contaminaciones, etc.) capaces de causar daños, pero también p...

  11. Conhecimento das mulheres sobre o câncer cérvico-uterino - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v26i2.1582 Women’s knowledge of cervical uterine cancer - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v26i2.1582

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Dalva de Barros Carvalho

    2004-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi verificar o conhecimento que as mulheres têm sobre o exame preventivo do câncer cérvico-uterino, sua importância e os sentimentos delas em relação ao exame, em uma tentativa de melhor compreender a prática da prevenção. Trata-se de estudo descritivo exploratório. As mulheres demonstraram que, em relação ao exame, o medo e a vergonha são os maiores sentimentos. Em relação à importância do exame, a maioria relatou ser a prevenção e a descoberta precoce da doença o fator mais importante. Sobre o conhecimento da doença, relataram ter ouvido falar, visto na TV, mas o medo da doença e até do nome câncer é maior que a necessidade de realizar o exame.O que impede a realização do exame é o medo do resultado e a falta de tempo. Os dados permitiram concluir que é necessário aumentar a cobertura dos exames; orientar as mulheres através de campanhas e, ainda, desmistificar a técnica e os resultados dos mesmos.The aim of this work was to verify women’s knowledge of cervical uterine cancer prevention exam, its importance and women’s feelings towards it. This was done in order to better understand the prevention practice. This is an exploratory descriptive study. The women’s major feelings towards this exam are fear and shame. Regarding this exam importance, most of them said that the prevention and the precocious discovery of the illness are the most important factors. Knowledge of the disease was acquired through conversations and TV programs, even though fear of the disease is greater than the need to undertake the exams. The latter is impaired by fear regarding their result and by lack of time to undertake them. Data show that exam coverage should be broadened; more orientation should be given through campaigns; technique and exam results should be demystified.

  12. Cartografia da vulnerabilidade socioambiental: convergências e divergências a partir de algumas experiências em Portugal e no Brasil Cartography of the socio-environmental vulnerability: convergences and differences from some experiences in Portugal and Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Isabel Castreghini Freitas

    2013-06-01

    Full Text Available Com este estudo, buscamos contextualizar o tema vulnerabilidade socioambiental no cenário mundial, destacando similaridades e discrepâncias nas suas concepções em Portugal e no Brasil. Na literatura que trata de vulnerabilidade já está consagrada a contribuição das Geotecnologias e do seu potencial para a modelagem de aspectos físicos e socioeconômicos, para a prevenção, mitigação e enfrentamento de manifestações de riscos, sejam eles naturais, tecnológicos ou mistos. Este artigo tem como objetivo discutir os referenciais metodológicos dos estudos de vulnerabilidade, bem como os resultados de aplicação na modelagem de dados socioeconômicos e ambientais no contexto da região Centro de Portugal e do estado de São Paulo, Brasil. A metodologia para a análise da vulnerabilidade dessas regiões baseou-se na avaliação quantitativa da capacidade de resistência e de resiliência de populações e de territórios. Os resultados apresentam-se coerentes com as realidades socioambientais das áreas de estudo e refletem a complexidade quando do enfrentamento e recuperação de situações de riscos para o caso de populações e territórios menos providosde condições econômicas e de infraestruturas urbanas, seja no Brasil ou em Portugal.

  13. Auto-Exame das Mamas: Uma Realidade Feminina

    OpenAIRE

    Vieira, Francieli; SOET; Salci, Maria Aparecida; CESUMAR

    2009-01-01

    O câncer de mama é a principal neoplasia maligna que acomete as mulheres no Brasil, e em 2006 apresentou uma incidência de 48.930 casos (INCA, 2007). Desta forma é necessária a conscientização das pessoas quanto ao auto-exame das mamas, por se tratar de um método importante de detecção precoce desta neoplasia (DAVIM et al.,2003). O presente estudo, uma pesquisa de natureza quantitativa, teve como objetivo identificar o conhecimento e prática do auto-exame das mamas em acadêmicas de um curso d...

  14. Conhecimento de mulheres com diabetes mellitus sobre cuidados pré-concepcionais e riscos materno-fetais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Escolástica Rejane Ferreira Moura

    2012-02-01

    Full Text Available Objetivou-se descrever o perfil reprodutivo de mulheres com diabetes mellitus (DM e verificar o nível de conhecimento destas quanto aos riscos maternos e fetais e os cuidados pré-concepcionais. Estudo exploratório, que contou com a participação de 106 mulheres, realizado no Centro Integrado de Hipertensão e Diabetes, de março a julho de 2009. As variáveis reprodutivas foram: número de gestações, partos e abortos e planejamento da gravidez. Os dados foram coletados por meio de entrevista que seguiu um formulário pré-estabelecido. O perfil reprodutivo de mulheres com DM mostrou-se permeado de riscos e repercussões reprodutivas negativas à saúde materna e fetal. Das 106 (100% mulheres estudadas, 44 (41,5% apresentaram conhecimento moderado sobre os cuidados pré-concepcionais e 58 (54,7% conhecimento limitado sobre os riscos maternos e fetais. Faz-se necessário oferecer informações às mulheres a fim de promover o conhecimento sobre os riscos maternos e fetais e os cuidados pré-concepcionais.

  15. Mulheres indígenas brasileiras: educação e políticas públicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Grubits

    2014-04-01

    Full Text Available Este trabalho contém relatos e reflexões sobre gênero nas suas interfaces com trabalho, poder e participação política da mulher nas comunidades indígenas Guarani/Kaiowá, Kadiwéu e Terena, de Mato Grosso do Sul. No caso dos Guarani/Kaiowá, as mulheres de Dourados têm uma participação mais ativa dentro e fora da comunidade para auxiliar na renda familiar, e estimulam mais seus filhos para estudar e chegar até a universidade. Entre os Kadiwéu, o fato mais relevante é a questão do poder político das mulheres e uma divisão de papéis entre homens e mulheres, sem que seja atribuído mais valor a um papel do que a outro. No estudo com os Terena, observamos que a relação próxima com a sociedade nacional vem propiciando muitas transformações e uma atuação cada vez maior da mulher dentro e fora da comunidade.

  16. A violência contra a mulher no discurso diplomático brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izadora Xavier do Monte

    2011-10-01

    Full Text Available O artigo discute as políticas brasileiras sobre violência contra a mulher em perspectiva com as discussões sobre o temano âmbito do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, pautadas pelo trabalho da relatora especial da ONU sobre causas e conseqüências da violência contra a mulher. O objetivo é demonstrar que existe um alinhamento entre o foco das políticas para as mulheres recentemente definidas do governo Dilma, o discurso diplomático brasileiro em direitos humanos e a perspectiva da relatora especial das Nações Unidas. Esse alinhamento é em parte tributário do fortalecimento das posições políticas da terceira onda feminista e abre espaço para uma aliança mutuamente benéfica entre atuação diplomática brasileira, no nível internacional, e avanço da agenda feminista, no nível doméstico.   The article discusses Brazilian policies against gender violence in perspective with the UN Human Rights Council discussion based on the work of the special rapporteur on violence against women, its causes and consequences. It aims at showing an alignment between policies for women recently defined by the government of Dilma Roussef, traditional Brazilian diplomatic discourse and the point of view of the special rapporteur. This alignment ows much to third wave feminism and allows for an alliance, mutually beneficial, though rare, between Brazilian diplomatic action, on the international level, and the advancement of a feminist agenda, on the national level.

  17. CONSTRUINDO O SIGNIFICADO DA RECORRÊNCIA DA DOENÇA: A EXPERIÊNCIA DE MULHERES COM CÂNCER DE MAMA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria de Almeida

    Full Text Available Considerando a recorrência como possibilidade na vida das mulheres com câncer de mama, este trabalho teve como objetivo identificar como elas constróem o significado dessa possibilidade, a partir de sua própria experiência. O estudo pautou-se nas concepções do interacionismo simbólico, utilizando-se a análise de conteúdo para analisar as entrevistas de 12 mulheres mastectomizadas. A possibilidade da recorrência se mostrou presente no espaço de vida das mulheres estudadas, configurada pela incerteza vivida e representada nas unidades temáticas identificadas em seus depoimentos ao revelarem, estar "vivendo com uma doença estigmatizante", "convivendo com sentimento negativo" e "enfrentado preconceitos".

  18. Avaliacao da seguranca de diferentes doses de suplementos de acido folico em mulheres do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Quenia dos Santos

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO Avaliar a distribuição da ingestão de ácido fólico e a segurança de diferentes doses de suplementos em mulheres em idade reprodutiva. MÉTODOS Foram utilizados dados de consumo a partir de dois dias não consecutivos de registro alimentar de 6.837 mulheres em idade reprodutiva (19 a 40 anos participantes do Inquérito Nacional de Alimentação, módulo da Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009. Médias e percentis de consumo habitual de folato natural e ácido fólico foram estimados utilizando o método do National Cancer Institute . Cinco cenários foram simulados somando-se diferentes doses diárias de fortificação (400 mcg, 500 mcg, 600 mcg, 700 mcg e 800 mcg ao ácido fólico oriundo dos alimentos consumidos pelas mulheres. Comparou-se o total de ácido fólico (dieta + suplemento com o nível máximo de ingestão tolerável (UL = 1.000 mcg para definir a dose segura de suplementação. RESULTADOS Mulheres com ingestão habitual de ácido fólico acima do nível máximo de ingestão tolerável foram observadas para doses de suplemento de 800 mcg (7,0% das mulheres. Abaixo desse valor, qualquer dose de suplementação mostrou-se segura. CONCLUSÕES O uso de suplementos de até 700 mcg de ácido fólico mostrou-se seguro.

  19. Intenções reprodutivas de mulheres que vivenciam regime de alta fecundidade em um grande centro urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Muniz Néquer Soares

    2013-09-01

    Full Text Available Neste estudo quantitativo e de base populacional objetivou-se identificar as intenções reprodutivas de mulheres com cinco ou mais filhos, residentes em Curitiba, Paraná. Foram entrevistadas 441 mulheres em seus domicílios entre os anos de 2006 a 2008. Calcularam-se frequências, e o teste t de Student e o coeficiente de Spearman para algumas variáveis. Para análise das perguntas abertas utilizou-se a análise de conteúdo e se elaboraram tabelas com as categorias e as respectivas frequências. O estudo revelou que para 51% das mulheres o número ideal de filhos seria dois; 10% tiveram o número de filhos que desejavam. Em 113 casos (40,4% o marido preferia ter um número maior de filhos do que as mulheres. Identificaram-se dificuldades na definição e na conquista da fecundidade desejada, falhas na assistência à saúde reprodutiva e desigualdades sociais e de gênero. O monitoramento pelos gestores de saúde dos diferenciais de fecundidade é necessário para o alcance da justiça social e a garantia dos direitos humanos, sexuais e reprodutivos, no Brasil.

  20. Diagnóstico de HPV: o processo de interação da mulher com seu parceiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Octavio Muniz da Costa Vargens

    2013-06-01

    Full Text Available Pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, que objetivou analisar o processo de interação da mulher com seu parceiro a partir do diagnóstico de infecção pelo papilomavírus humano (HPV. Foi realizada em treze comunidades dos municípios de Duque de Caxias e Nova Iguaçu, Estado do Rio de Janeiro, de outubro/2006 a setembro/2008. Foram entrevistadas 20 mulheres com diagnóstico de infecção pelo HPV de alto risco oncogênico. Os pressupostos do Interacionismo Simbólico e da Grounded Theory nortearam a coleta e análise dos dados. Os resultados revelaram que o diagnóstico do HPV significa sérios desafios no relacionamento das mulheres com seu parceiro principalmente no que se refere à adoção de medidas preventivas. Conclui-se que estas questões indicam a necessidade de um atendimento humanizado que favoreça o empoderamento das mulheres.

  1. Violência doméstica contra a mulher: realidades e representações sociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denire Holanda da Fonseca

    2012-08-01

    Full Text Available Este estudo buscou verificar representações sociais das mulheres que sofrem ou sofreram algum tipo de violência de seus companheiros, buscando entender a subjetivação desse fenômeno, como também verificar os principais prejuízos nas esferas sociais, psicológicas e ocupacionais dessas mulheres. 12 participantes responderam a entrevista semiestruturada, e foram feitas análises de conteúdo de Bardin (2002 e ancoradas na Teoria das Representações Sociais de Moscovici. Como resultado foi constatado que a maior prevalência é a violência psicológica, causando danos emocionais a longo prazo, trazendo sérios prejuízos nas esferas do desenvolvimento e da saúde psicológica da mulher. Verificou-se também que o ciclo de violência é alimentado pela tolerância e autoculpa e pela má compreensão da mesma. Propõem-se outros estudos nesta esfera com finalidade de maior compreensão do fenômeno da violência contra as mulheres.

  2. Reflexiones sobre la violencia y vulnerabilidad en México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Ángel Vite Pérez

    2014-01-01

    Full Text Available El propósito de este artículo es plantear una explicación sociológica de la violencia ejer - cida por el Estado mexicano en su combate contra la llamada delincuencia organizada . Se observa que la violencia estatal puede considerarse un modo de introducción de nuevas reglas, cuyo objetivo es el no reconocimiento de las prácticas informales de ciertos grupos organizados con poder. Se estudia como el orden estatal se impone en un contexto de vulnerabilidad social, y que la seguridad pública basada en métodos tecnológicos de control de interacciones colectivas debilita los derechos civiles al tiempo que el Estado desusa las políticas sociales para evitar la expansión de la pobreza y la miseria, consideradas las causas de la multiplicación de actividades delictivas.

  3. Entidades rurales aisladas de la Region Metropolitana de Santiago de Chile - RMS: localizacion y vulnerabilidad

    National Research Council Canada - National Science Library

    Gerardo Ubilla Bravo

    2012-01-01

    .... La presente investigación tiene por objetivos: determinar las entidades rurales con mayor grado de aislamiento, identificar la vulnerabilidad de dichas entidades y realizar una propuesta inicial de objetivos de desarrollo territorial, aplicando...

  4. El conflicto en Siria agrava la vulnerabilidad de los refugiados palestinos

    OpenAIRE

    White, Gavin David

    2013-01-01

    Los refugiados palestinos en Siria se encuentran de nuevo envueltos en un ciclo de conflictos y desplazamiento que exacerba su vulnerabilidad subyacente y destaca la continua necesidad de encontrar soluciones duraderas.

  5. EMPREENDEDORISMO FEMININO: MULHERES GERENTES DE EMPRESAS

    OpenAIRE

    Anna Beatriz Cautela Tvrzska de Gouvêa; Amélia Silveira

    2008-01-01

    A realidade da mulher gestora da micro e pequena empresa desperta interesse pelo estudo do gênero feminino no ambiente destas organizações. Analisar as características, considerações e entendimentos de um grupo de mulheres, que participam de uma associação empresarial de comercio e indústria de Santa Catarina, Brasil, constituiu-se no objetivo deste estudo. A pesquisa exploratória, com método qualitativo, foi realizada por meio de entrevista estruturada, com análise de conteúdo. Os resultados...

  6. Significados e influências da violência de gênero e da lei maria da penha: Relatos de experiências de mulheres em uma delegacia.

    OpenAIRE

    Soares, Maria Cidney da Silva

    2012-01-01

    Sabemos que a violência contra a mulher existe desde os primórdios da humanidade, sendo resultado de relações de poder historicamente desiguais em relação aos homens, que avançaram para a dominação e discriminação da classe feminina, restringindo o pleno desenvolvimento da mulher. Implicações na saúde física, psicológica e social da mulher são algumas das consequências inerentes desse problema. Diante disso, o presente trabalho teve como objetivo geral investigar de que modo a ...

  7. Fatores associados à violência física denunciada por mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabelle da Silva Gama

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Ações dirigidas contra a opressão das mulheres podem ser observadas na reconstrução histórica. Contudo, a violência contra a mulher perdura na linha do tempo e se reafirma como violação dos direitos humanos, caracterizando-se como agravo para a saúde pública, destacando-se por sua complexidade, multicausalidade e desafios intersetoriais. O objetivo do estudo foi identificar fatores associados à violência física contra a mulher denunciante em Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM. Métodos: O estudo foi realizado em Fortaleza, CE, em 2011. Uma amostra de 325 inquéritos policiais de mulheres, entre 20 e 59 anos, foi analisada. A violência foi classificada em física e não física. As análises estatísticas utilizadas foram teste qui-quadrado de Pearson e regressão logística multivariada. Resultados: As denúncias de violência física perpetrada por parceiros ou ex-parceiros representaram 42,8% (IC 95%: 37,4 - 48,4 dos inquéritos policiais analisados. A análise multivariada mostrou os possíveis fatores de risco detectados para a mulher sofrer violência física por parceiro ou ex-parceiro íntimo: o fato de a vítima já ter sofrido recidiva de agressão e nunca ter registrado denúncia junto à delegacia; possuir parceiro atual; possuir até dois filhos com o denunciado; estar em ambiente não residencial e o agressor estar sob o efeito de álcool e/ou drogas ilícitas.  Conclusões: Acredita-se que a pesquisa possa subsidiar o encorajamento de mulheres vítimas de seus parceiros/ex-parceiros em prestar denúncia contra o agressor, rompendo o ciclo intermitente de violência.

  8. Vulnerabilidade à infecção do HIV entre casais sorodiscordantes no Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilo Martinez Fernandes

    Full Text Available Em 1996, uma nova era no tratamento do HIV/AIDS se iniciou com o advento da terapia antirretroviral altamente potente (HAART. O advento desses novos medicamentos ampliou os recursos terapêuticos, melhorou a expectativa e a qualidade de vida das pessoas vivendo com HIV e AIDS, favorecendo a manutenção e o início de relacionamentos entre parceiros com sorologias diferentes para o HIV. Este estudo com casais sorodiscordantes teve como objetivo central compreender as três dimensões da vulnerabilidade - programática, social e individual - entre esses casais. A pesquisa inserida no campo do construcionismo social utilizou o método de análise das práticas discursivas e produção de sentidos. Foram realizadas 40 entrevistas em profundidade com casais acompanhados em instituto de pesquisa clínica. Dentre os principais resultados, pode-se destacar a falta de informação sobre sexualidade na família e nas escolas, os conhecimentos distorcidos sobre prevenção e transmissão do HIV, as inadequações na realização do teste anti-HIV e as falhas na comunicação dos resultados.

  9. Câncer de colo uterino: caracterização das mulheres em um município do sul do Brasil Cáncer del cuello uterino: identificación /caracterización de las mujeres en un município del sur de BRAZIL Cervical cancer: characterization of women in a city in the south of BRAZIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilu Correa Soares

    2010-03-01

    Full Text Available Este estudo objetivou identificar e analisar características socioeconômicas, comportamentais e biológicas de mulheres com câncer de colo uterino que utilizaram os serviços públicos de saúde em um município do sul do Brasil. Trata-se de um estudo qualitativo com vinte mulheres com diagnóstico de câncer de colo uterino. A pesquisa teve como suporte teórico a integralidade da atenção à saúde. Para coleta dos dados, utilizamos as informações do Sistema de Informações do Câncer do Colo do Útero e entrevista semiestruturada. Foram identificadas características de faixa etária, escolaridade, frequência à consulta médica e intervalo de realização do exame preventivo. Os achados mostram que as mulheres ainda apresentam dificuldade em considerar a importância do pré-câncer para detecção precoce e prevenção do câncer de colo uterino. O desafio para o alcance da integralidade está na necessidade de repensar saberes e práticas profissionais no cuidado às mulheres, independente do motivo que as levou ao serviço de saúde.El presente trabajo tuvo como objetivo identificar y analizar las características sociales y económicas, comportamentales y biológicas de mujeres con cáncer de cuello uterino que utilizaron los servicios públicos de salud en un município del sur de Brasil l. Este es un estudio cualitativo, que se llevó a cabo con veinte mujeres que Fueron diagnosticadas con cáncer de cuello uterino. La encuesta tuvo como apoyo teórico la integración de la atención a la salud. Para recolectar los datos fueran utilizadas las informaciones del Sistema de Informaciones del Cáncer de Cuello Uterino y entrevistas semi-estructuradas. Se clasificaron las las características por rango de edad, escolaridad, frecuencia con que se presentaron a la consulta médica e intervalo en el que realizó la prueba preventiva. Los resultados muestram que las mujeres todavía tienen dificultad para entender la importáncia que

  10. Idade pulmonar em mulheres com obesidade mórbida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Sobral Peixoto-Souza

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a influência da obesidade mórbida na idade pulmonar de mulheres e correlacionar com a massa corporal, índice de massa corporal (IMC e variáveis ventilatórias. MÉTODOS: Estudo longitudinal realizado com 72 obesas mórbidas e grupo controle constituído de mulheres eutróficas. As voluntárias realizaram um teste de função pulmonar para determinação da idade pulmonar e os resultados foram correlacionados com as variáveis antropométricas e volumes pulmonares. RESULTADOS: As obesas mórbidas apresentaram uma idade pulmonar significativamente superior (50,1 ± 6,8 anos às eutróficas (38,8 ± 11,4 anos. Não houve diferença entre a idade cronológica entre os grupos. Houve uma correlação significativa e positiva entre idade cronológica, massa corporal e IMC com a idade pulmonar (r = 0,3647, 0,4182, 0,3743, respectivamente. Houve uma correlação negativa entre a capacidade vital forçada (CVF, volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1, razão (VEF1/CVF e volume de reserva expiratório (VRE com a idade pulmonar (r = -0.7565, -0.8769, -0.2723, -0.2417, respectivamente. CONCLUSÃO: A idade pulmonar das obesas mórbidas encontra-se aumentada e está associada com o aumento da massa corporal e IMC.

  11. Prevalência de atividade física em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Terezinha Ferrari Jonck

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Investigar a prevalência de atividade física (AF em mulheres de Florianópolis- SC. Métodos: Estudo quantitativo e transversal, desenvolvido entre 2012 e 2013, realizado com 400 mulheres entre 20 e 59 anos da região urbana da cidade de Florianópolis. Utilizou-se um questionário autoaplicável contendo dados demográficos, peso e altura. Aplicou-se o questionário internacional de atividade física (IPAQ. Para a comparação das variáveis da atividade física, utilizou-se a ANOVA, e para comparação dos níveis (insuficientemente ativo, ativo e muito ativo de atividade física, o teste do Qui-quadrado. Adotou-se nível de significância de 5% (p<0,05. Resultados: Aproximadamente 58-76% das mulheres foram consideradas suficientemente ativas, sendo a atividade física de intensidade moderada a mais prevalente em todos os grupos etários, destacando-se a faixa etária de 46 a 59 anos (74 min/d. Do total, 58,7% (n=232 das mulheres moram com seus parceiros, 81,8% (n=327 possuem ensino superior, 74,5% (n=298 pertencem à classe econômica B, 46,8% (n=187 não possuem filhos e 74% (n=296 apresentam peso normal. No entanto, essas variáveis parecem não influenciar a prática de AF. Conclusão: Ressalta-se o elevado quantitativo de mulheres suficientemente ativas, sendo a atividade física de intensidade moderada mais prevalente em todos os grupos etários. Nesse sentido, elas atendem às recomendações para a prática de atividade física apontadas pelas agências de saúde.

  12. Redefinindo o significado da atividade profissional para as mulheres: o caso das pequenas empresárias Redefinindo la actividad profesional: el caso de las pequeñas empresarias Women who run small enterprises: redifining the importance of professional activity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Lucas Losada

    2007-12-01

    Full Text Available Este artigo apresenta parte dos resultados de um estudo que investigou como pequenas empresárias do Estado do Rio de Janeiro percebem a atividade profissional, a maternidade e a conciliação trabalho-família. Nossos resultados apontam para o fato de que, se antes a maternidade definia a vida da mulher, agora, apesar de ser vista como essencial para a completa realização da mulher, ela parece já não ser suficiente para sua plena satisfação pessoal. Desenvolver uma atividade profissional é, para elas, não apenas fonte de sustento, mas, em especial, algo extremamente importante em suas vidas, e que se fez presente, inclusive, nos projetos e planos por elas traçados. Assim, estas duas esferas de atuação, a família e o trabalho, que, num primeiro momento, parecem mutuamente excludentes, acabam por ser vividas e assumidas concomitantemente no cotidiano, o que traz conseqüências importantes para a vida da mulher atual.Este texto presenta parte de los resultados de un estudio sobre como pequeñas empresarias de Rio de Janeiro perciben la actividad profesional, la maternidad y la conciliación entre casa y trabajo, entre otras cosas. Los resultados evidenciaron que, aunque la maternidad otrora definía la vida de una mujer, hoy ella ya no parece suficiente para su satisfacción personal. Para estas empresarias, desarrollar una actividad profesional constituye, no apenas fuente de sustento, sino, principalmente, algo de extrema importancia en sus vidas, algo que siempre estuvo presente, incluso, en sus proyectos y planos de vida. No obstante, la maternidad sigue siendo vista por ellas como esencial para la completa realización de una mujer. Así, estas dos esferas de acción, que, en un primer momento parecen mutuamente excluyentes, resultan por ser vividas y asumidas concomitantemente en lo cotidiano, algo que trae consecuencias importantes para la vida de la mujer de hoy.This article presents part of the results of a study that

  13. Mulheres e política nas notícias: Estereótipos de gênero e competência política

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Biroli

    2012-10-01

    Full Text Available O artigo analisa representações de gênero presentes nas notícias das principais revistas semanais brasileiras. Constata que a presença reduzida de mulheres é acompanhada da existência de estereótipos que remetem a certas concepções do papel da mulher nas sociedades e de sua competência para atuar na vida pública. A relação da mulher com a vida privada é a espinha dorsal desses estereótipos. Seu complemento é o destaque à aparência e o reforço à beleza como um modo de distinção feminina. O artigo apresenta uma análise qualitativa da presença das três mulheres que tiveram maior visibilidade nas notícias no período analisado, os anos de 2006 e 2007: Heloisa Helena, Marta Suplicy e Dilma Rousseff. Essa análise permite discutir representações da feminilidade e da masculinidade, do privado e do público, que atribuem sentidos à presença diferenciada de homens e mulheres na política e na mídia.

  14. Aborto provocado e violência doméstica entre mulheres atendidas em uma maternidade pública de Salvador-BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Normélia Maria Freire Diniz

    2011-12-01

    Full Text Available Estudo quantitativo, com o objetivo de estudar a violência doméstica em mulheres em situação de aborto provocado. Foram entrevistas 147 mulheres internadas por aborto provocado numa maternidade pública, na cidade de Salvador-BA. Os sujeitos foram, na maioria, mulheres jovens, negras, com baixa escolaridade, dependentes economicamente dos cônjuges, que vivenciam violência psicológica, física e sexual cometida pelos cônjuges. Quase metade das mulheres vivenciou violência doméstica durante a gravidez atual, sendo este o motivo do aborto para 67% delas. Conclui-se que existe uma associação entre a vivência de violência doméstica e o aborto provocado. Isso repercute na saúde mental das mulheres, que desenvolvem sintomas do transtorno de estresse pós-traumático. Necessita-se, portanto, de um olhar por parte dos profissionais de saúde de modo a identificar a violência doméstica enquanto agravo e associá-la ao aborto provocado, o que requer transformação no modelo de formação, incorporando a violência doméstica como objeto da saúde.

  15. Mudanças nas trajetórias de vida e identidades de mulheres na contemporaneidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina de Campos Borges

    2013-03-01

    Full Text Available Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa realizada no Rio de Janeiro e discute mudanças nas trajetórias de vida de mulheres das classes médias nas últimas décadas. Foram entrevistadas sobre seus projetos de vida dez mulheres pertencentes a duas gerações. Todas as entrevistas foram gravadas e transcritas na íntegra. Os textos resultantes das transcrições foram submetidos a uma análise de discurso. O estudo indicou que o aprofundamento do individualismo na vida social contemporânea vem alterando os projetos de vida dos indivíduos. As trajetórias de vida das mulheres são hoje menos padronizadas; trabalho, profissão e independência financeira são temas que têm ganhado relevância nos seus projetos. Nesse contexto, a identidade feminina é cada vez menos influenciada pelos papéis familiares tradicionais.

  16. Indicadores clínicos em psicoterapia com mulheres vítimas de abuso sexual

    OpenAIRE

    Paulo Afrânio Sant’Anna; Ana Paula da Silva Baima

    2008-01-01

    O artigo trata das repercussões, a longo prazo, do abuso sexual e busca analisar queixas e sintomas apresentados em psicoterapia por mulheres adultas que foram vítimas de agressões sexuais durante a infância e a adolescência e sua relação com a literatura especializada. O trabalho verifica aspectos do atendimento psicoterápico, identificando o momento do relato do abuso, a condução do tratamento e os seus benefícios, com a utilização do método retrospectivo documental em uma amostra aleatória...

  17. Moura, Tatiana, Entre Atenas e Esparta: Mulheres, paz e conflitos armados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margarida Calafate Ribeiro

    2012-10-01

    Full Text Available José Saramago dá início a muitas das suas narrativas colocando ses na história para a contar de outra maneira e assim apontar os mundos alternativos que sobre essa história se poderiam ter construído, projectando-os no nosso presente de construção de outros mundos possíveis. Como diz o narrador de Evangelho Segundo Jesus Cristo, “se a lei não tivesse feito calar as mulheres para todo o sempre talvez elas, porque inventaram aquele primeiro pecado de que todos os mais nasceram, soubessem dizer-...

  18. Sostenibilidad y vulnerabilidad de la deuda pública colombiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Ignacio Lozano Espitia

    2015-12-01

    Full Text Available El documento presenta un estudio sobre las relaciones entre la política fiscal y el endeudamiento, en términos de su viabilidad y sostenibilidad, en el marco de la dinámica del crecimiento del país y sus restricciones macroeconómicas. De acuerdo con el marco fiscal y la estructura del endeudamiento del país, se analiza la sostenibilidad y vulnerabilidad de la deuda pública desde el punto de vista de los sbocks internos y externos. El análisis de solvencia y sostenibilidad de la deuda pública parte de la restricción inter temporal presupuestaria del gobierno, evaluando el incremento del coeficiente de deuda debido a la tasa de interés real, el crecimiento de la economía (efecto bola de nieve el déficit primario (como proporción del PIE Y el efecto stock-flujo, el cual refleja el crecimiento del coeficiente de deuda por motivos, tales como la devaluación -que incrementa la deuda pública externa valorada en moneda nacional o por valorizaciones y/o discrepancias estadísticas. El modelo también permite evaluar los objetivos de la política económica (ingresos, gastos, déficit o superávit, riesgo del país en términos del coeficiente de deuda. Los resultados obtenidos muestran que cuánto mayor sea la participación de la deuda extrajera dentro de la deuda total, mayor será su vulnerabilidad a cambios la devaluación real y en la tasa de internes internacional. Las estimaciones realizadas indican que un aumento en la tasa de interés externa (sobre sus niveles observados, empeora el desequilibrio en las finanzas del gobierno central marginalmente. La brecha de sostenibilidad no varia de manera importante. En términos del tipo de cambio promedio, los resultados difieren ya que una devaluación adicional, eleva la brecha de insostenibilidad. Los resultados del análisis de sensibilidad permiten recomendar que se profundice en la estrategia de canjear deuda externa por interna, a fin de reducir esta potencial fuente de

  19. Sostenibilidad y vulnerabilidad de la deuda pública colombiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Ignacio Lozano Espitia

    2007-12-01

    Full Text Available El documento presenta un estudio sobre las relaciones entre la política fiscal y el endeudamiento, en términos de su viabilidad y sostenibilidad, en el marco de la dinámica del crecimiento del país y sus restricciones macroeconómicas. De acuerdo con el marco fiscal y la estructura del endeudamiento del país, se analiza la sostenibilidad y vulnerabilidad de la deuda pública desde el punto de vista de los shoks internos y externos. El análisis de solvencia y sostenibilidad de la deuda pública parte de la restricción inter temporal presupuestaria del gobierno, evaluando el incremento del coeficiente de deuda debido a la tasa de interés real, el crecimiento de la economía (efecto bola de nieve el déficit primario (como proporción del PIB y el efecto stock-flujo, el cual refleja el crecimiento del coeficiente de deuda por motivos, tales como la devaluación –que incrementa la deuda pública externa valorada en moneda nacional o por valorizaciones y/o discrepancias estadísticas. El modelo también permite evaluar los objetivos de la política económica (ingresos, gastos, déficit o superávit, riesgo del país en términos del coeficiente de deuda. Los resultados obtenidos muestran que cuánto mayor sea la participación de la deuda extrajera dentro de la deuda total, mayor será su vulnerabilidad a cambios la devaluación real y en la tasa de internes internacional. Las estimaciones realizadas indican que un aumento en la tasa de interés externa (sobre sus niveles observados, empeora el desequilibrio en las finanzas del gobierno central marginalmente. La brecha de sostenibilidad no varía de manera importante. En términos del tipo de cambio promedio, los resultados difieren ya que una devaluación adicional, eleva la brecha de insostenibilidad. Los resultados del análisis de sensibilidad permiten recomendar que se profundice en la estrategia de canjear deuda externa por interna, a fin de reducir esta potencial fuente de

  20. Masculinidade hegemônica, vulnerabilidade e prevenção ao HIV/AIDS Hegemonic masculinity, vulnerability and the prevention of HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joilson Santana Marques Junior

    2012-02-01

    Full Text Available O estudo tem como objetivo analisar as relações entre masculinidade, vulnerabilidade e prevenção do HIV/AIDS, com a ancoragem em narrativas de homens jovens pertencentes às chamadas classes trabalhadoras urbanas, levando em conta não só os sentidos atribuídos à prevenção por parte desses sujeitos, mas também considerando a relação dialética entre individuo e sociedade. O referencial conceitual engloba três eixos masculinidade hegemônica, prevenção e vulnerabilidade. Trata-se de uma pesquisa qualitativa baseada na perspectiva da hermenêutica dialética que utiliza o método de interpretação de sentidos. A análise produziu dois eixos como resultados: A masculinidade hegemônica como fator de vulnerabilidade; Mitos e preconceitos como fatores de vulnerabilidade ao HIV/AIDS; Em termos de conclusão, reforça-se a necessidade da discussão acerca da prevenção encampar a necessidade de colocar na ordem do dia a construção do sistema sexo/gênero em volta do qual se articulam os significados sociais da masculinidade e da feminilidade que influenciam estruturalmente o plano das relações afetivo sexuais, em geral, e a prevenção do HIV/AIDS, em específico.The study aims to examine the relationship between masculinity, vulnerability and the prevention of HIV/AIDS, based on reports from young men from the so-called urban working classes, taking into account not only the meanings attributed to prevention by these subjects, but also considering the dialectical relationship between the individual and society. The conceptual framework encompasses the three main aspects of hegemonic masculinity, prevention and vulnerability. This involves qualitative research based on the perspective of dialectical hermeneutics that uses the method of interpretation of meanings. The analysis yielded two main results, namely hegemonic masculinity as a vulnerability factor, and myths and prejudices as factors of vulnerability to HIV/AIDS. By way of

  1. A PREVALÊNCIA DE INCONTINÊNCIA URINÁRIA EM MULHERES NA PÓS-MENOPAUSA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana de Oliveira Souza

    2015-08-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo verificar a prevalência de incontinência urinária em mulheres no período pós-menopausa e traçar o perfil epidemiológico dessa população. Foram entrevistadas quarenta mulheres com idade entre 50 e 82 anos, com um período mínimo de um ano de amenorreia. A coleta de dados foi realizada utilizando um questionário elaborado pelos próprios autores, que buscavam informações referentes a fatores de risco para a incontinência urinária e suas características clínicas. Dentre as mulheres entrevistadas, 20 apresentavam incontinência urinária, sendo que 70% das mulheres incontinentes eram caucasianas e 80% apresentavam alterações no Índice de Massa Corporal e não faziam uso de Terapia de Reposição Hormonal. Quanto ao histórico gineco-obstétrico, a maioria vivenciou 5 ou mais partos normais e foi submetida à histerectomia. Muitas mulheres entrevistadas relataram perda de urina em mais de uma situação da vida diária. Quando questionadas sobre o tratamento, 80% delas referiram nunca ter procurado ajuda médica e nenhuma delas fazia tratamento para a doença. Sendo assim, na assistência à saúde da mulher, mostra-se necessária a identificação do problema e de seus fatores de risco, assim como estratégias de intervenções para prevenção, diagnóstico e tratamento relacionados à perda urinária feminina.

  2. Direitos humanos e violência contra as mulheres: uma luta contra a sociedade patriarcal-racista-capitalista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirla Cisne

    2015-12-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é  problematizar a importância da luta por direitos humanos no combate às violências contras as mulheres, inserindo essa luta nos limites e contradições de uma sociedade que têm a desigualdade e a exploração de classe, raça/etnia e sexo como elementos constituintes. Nesse entendimento, as múltiplas formas de violência contra a mulher, seja ela física, psicológica, sexual, obstétrica, patrimonial ou social, não resultam das relações individuais isoladamente, mas, sobretudo, são estruturadas pelas relações sociais de sexo, classe, raça/etnia que consubstanciam a sociedade patriarcal-racista-capitalista. São essas relações sociais que dão base à ideologia que naturaliza situações de violências às mulheres. É essa sociedade permeada por relações de opressão, exploração e também apropriação sobre as mulheres que promove cotidianamente situações de violência permeadas e potencializadas pela desigualdade de classe, pelo sexismo e pelo racismo, o que não apenas provoca a demanda pela luta por direitos humanos, mas a exige.  Falar em direitos humanos para as mulheres é falar na necessidade de lutar por uma sociedade sem violência e sem as apropriações, explorações e opressões que dão corpo as múltiplas violências contra as mulheres.

  3. Fatores associados a não realização de Papanicolau em mulheres quilombolas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Vasconcelos Oliveira

    2014-11-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi analisar os fatores associados a não realização do exame de Papanicolaou entre as mulheres quilombolas residentes em Vitória da Conquista, Bahia. Foi utilizado delineamento de estudo transversal de base populacional, com inclusão de mulheres com idade de 18-64 anos. Foram realizadas análise descritiva e de associação univariada e multivariada utilizando modelo logístico multinomial. Mulheres que nunca realizaram o exame ou o realizaram há mais de três anos foram comparadas separadamente com aquelas que realizaram o exame há menos de três anos. De 348 mulheres incluídas na análise, 27,3% afirmaram nunca ter realizado o Papanicolaou. Foram associados de forma independente com nunca ter feito o exame: faixa etária de 18 a 29 anos e 50 a 59 anos, não ter instrução, não ter companheiro, buscar atendimento relacionado à saúde em unidades/estabelecimentos diferentes de seu local de residência e ter realizado exame clínico das mamas há três ou mais anos ou nunca tê-lo realizado. Os achados indicam uma necessidade de reflexão, com o objetivo de melhor enfrentamento dos fatores que se associam à não realização do exame Papanicolaou entre as mulheres quilombolas, sendo importante contemplar ações de prevenção para o câncer de colo uterino.

  4. Densidade mineral óssea vertebral e femoral de 724 mulheres brancas brasileiras: influência da idade e do peso corporal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lewin S.

    1997-01-01

    Full Text Available OBJETIVO. Estudar a densidade mineral óssea (BMD vertebral (L2-L4 e femoral (colo do fêmur de mulheres brancas, normais. MATERIAL E MÉTODO. Mediu-se o BMD de 724 mulheres (40-79 kg; 20-69 anos de idade por dual-energy x-ray absorptiometry e analisaram-se os dados em função da idade e peso corporal (PC. RESULTADOS. As mulheres mais leves (40-49 kg atingiram o BMD máximo (BMDm vertebral e femoral aos 30-39 anos de idade, enquanto as mais pesadas (60-79kg apresentaram BMDm aos 20 anos. No fêmur, houve uma correlação significativa entre BMDm e PC (r=0,97 , p<0,001; slope=0,72%/kg. Em L2-L4, apenas as mulheres com 40-49kg apresentaram BMDm menor do que as demais (p<0,001. A diminuição do BMD vertebral foi mais intensa (-8,3 vs. -5,7%/década e iniciou mais cedo (quarta vs. quinta década nas mulheres pesando 40-59kg do que nas pesando 60-79kg. A diminuição do BMD femoral iniciou logo após o BMDm ser atingido e, até os 69 anos, as mulheres mais pesadas apresentaram um decréscimo 5,3% menor do que aquelas pesando 40-49kg. O BMD vertebral das mulheres brasileiras foi praticamente o mesmo de uma população norte-americana previamente descrita. CONCLUSÕES. 1 O BMD vertebral e femoral das brasileiras estudadas comportou-se, em função da idade, de forma semelhante a de outras populações brancas; 2 havendo o cuidado de corrigir o PC, o BMD das mulheres brasileiras é comparável ao de mulheres norte-americanas; e 3 o PC é importante na aquisição e diminuição da massa óssea, além de influenciar a relação BMD-idade.

  5. O efeito Salieri: O sindicalismo perante as desigualdades entre mulheres e homens no emprego

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virgínia Ferreira

    2012-10-01

    Full Text Available Os actuais padrões de segregação sexual do mercado de trabalho são ainda, em parte, a expressão viva de práticas excludentes e segregadoras dos sindicatos desde o começo da revolução industrial. Estes padrões começaram a desenhar-se a partir da aceitação do pagamento de menores salários às mulheres. Só num segundo momento os sindicatos passaram a reivindicar a igualdade salarial entre mulheres e homens como forma de defesa do emprego masculino. Numa primeira parte do texto, dá-se conta de algumas destas práticas de fechamento dos sindicatos em Portugal. Numa segunda parte, referem-se as principais linhas de mudança das orientações do movimento sindical perante as desigualdades entre os sexos no mercado de trabalho e apontam-se algumas iniciativas no âmbito da promoção da igualdade entre mulheres e homens.

  6. Integralidade do cuidado em enfermagem para a mulher que vivenciou o aborto inseguro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Mendes Carvalho

    2014-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi discutir o cuidado de enfermagem para a mulher que realizou o aborto inseguro na perspectiva da integralidade do cuidado e da promoção da saúde reprodutiva. Métodos: Abordagem qualitativa mediada por entrevistas semiestruturadas realizadas com 16 mulheres jovens de 18 a 29 anos atendidas em serviço público de Saúde da Família. Resultados: Das 44 gravidezes destas jovens, a metade evoluiu para o aborto. Os resultados mostraram a dificuldade no acesso e utilização dos métodos contraceptivos e aos serviços de planejamento reprodutivo. Conclusão: O enfermeiro, como o profissional que atua na educação em saúde, tem como uma de suas responsabilidades a prevenção da prática do aborto, utilizando como instrumento a promoção da saúde reprodutiva e a integralidade do cuidado, incluindo nesse processo a inserção social e o acolhimento dessas mulheres.

  7. Violência contra a mulher e políticas públicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Blay Eva Alterman

    2003-01-01

    Full Text Available DIFERENTEMENTE dos inúmeros estudos existentes, de excelente qualidade, esta pesquisa busca investigar não apenas a chamada violência doméstica mas os vários tipos de homicídio - tentativa ou consumação - de mulheres, de todas as faixas etárias. Ela investigou e procurou comparar como este crime era tratado: 1. pela mídia (especialmente jornais de 1991 e de 2000; pelo rádio e televisão; 2. nos Boletins de Ocorrência das Delegacias de Policia da capital de São Paulo (do ano de 1998; 3. nos Processos Judiciais, através de uma amostra representativa dos cinco Tribunais do Júri da Capital de São Paulo (de 1997. Desejava saber como a mídia tão resistente a principio se comportava na passagem do século XXI face à violência contra a mulher, o que os BOs registravam e como eram julgados os assassinos/as de mulheres. Os complexos resultados obtidos revelaram mudanças em alguns segmentos e um concomitante mecanismo que retroalimenta a antiga violência nas relações sociais de gênero. Concluindo propõe-se a implantação de uma política transversal de gênero para enfrentar a violência.

  8. MULHER, UMA CONSTRUÇÃO SOCIAL: REPRESENTAÇÕES, ESTEREÓTIPOS E IMAGENS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Rocha Siqueira

    2014-06-01

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivo uma revisita a referenciais bibliográficos a partir dos quais foi possível refletir sobre a construção de estereótipos relacionados à imagem feminina no século XX partindo-se do conceito de representação proposto por Moscovici (2003. Pretende-se na convergência destas duas categorias (representação e imagem apresentar olhares sobre a construção de alguns estereótipos relacionados às mulheres, uma vez que diversas instituições inclusive o próprio movimento feminista em suas variadas vertentes também preocuparam-se em “criar” representações das mulheres. Algumas discussões presentes neste artigo fizeram parte do conteúdo da disciplina “Seminários avançados sobre produtos, processos e discursos midiáticos” ofertada pelo Núcleo de Pós-Graduação da Universidade Federal de Sergipe. Desta forma pode-se refletir sobre os variados recortes imagéticos dos quais as instituições e as próprias mulheres utilizaram-se para compor novas representações.

  9. Consulta coletiva: o espaço da mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dulcéa Machado Martins

    1991-06-01

    Full Text Available Este trabalho foi desenvolvido no S/CMS "Píndaro de Carvalho Rodrigues", Rio de Janeiro, 1988, por assistente social, nutricionista, enfermeira e médica. Teve como objetivos: melhorar a qualidade de atendimento; discutir os resultados dos exames, o tratamento e a importância do preventivo para a saúde da mulher; propiciar à mulher um fórum de discussões de suas questões; contribuir para a reciclagem dos profissionais, através da troca de experiências e de informações. A metodologia utilizada constou de agendamento para consulta subseqüente; avaliação dos resultados dos exames; estabelecimento da terapêutica; discussão coletiva dos resultados dos exames entre equipe e usuárias; discussão livre sobre temas de interesse das mulheres. Obtivemos como resultados: o aumento da oferta de consultas de primeira vez em 42,7%; do tempo de consulta em dez minutos por cliente; da cobertura de exame preventivo e de mamas; rastreamento de sífilis e gonorréia; melhora na qualidade do atendimento à mulher, enquanto ser integral: valorização de suas experiências e vivências, seja na discussão de queixas e problemas, seja na avaliação dos serviços de saúde. A relevância deste trabalho pode ser evidenciada no fato de ser uma experiência pouco comum, podendo servir como ponto de referência para a discussão sobre o aumento da oferta de consultas, aliado à qualidade no atendimento.This experience took place in a Medical Center, in Rio de Janeiro, in 1988. The group responsible for it included a social worker, a nutritionist, a nurse and a gynecologist. The aims were: to offer better health care; to discuss the importance, the results and the appropriate therapies of the Pap smear; to offer women an opportunity to meet and discuss their problems, experiences, desires, expectations; and to offer to the health professionals the opportunity to re-think their own practices. The methodology used was characterized by making appointments for

  10. Aborto provocado em mulheres da periferia da cidade de São Paulo: vivência e aspectos socioeconômicos

    OpenAIRE

    2013-01-01

    OBJETIVO: Comparar e analisar aspectos socioeconômicos e emocionais na vivência do aborto provocado e espontâneo em mulheres da periferia da cidade de São Paulo. MÉTODOS: Estudo prospectivo e caso-controle realizado no período de julho de 2008 a março de 2010, envolvendo a realização de entrevistas semidirigidas, previamente elaboradas com mulheres que apresentavam diagnóstico médico de aborto internadas em dois hospitais públicos da periferia da cidade de São Paulo. Foram incluídas 100 mulhe...

  11. Drenagem linfática manual em mulheres submetidas à dermolipectomia de coxas após cirurgia bariátrica

    OpenAIRE

    2015-01-01

    Introdução: A drenagem linfática manual (DLM) tem se estabelecido como parte integrante nos tratamentos do edema linfático após cirurgias plásticas porém com poucas evidências. Objetivo: Avaliar o efeito da drenagem linfática em mulheres submetidas à dermolipectomia de coxas após cirurgia bariátrica. Médotos: Foram selecionadas 20 mulheres, com idade entre 20 e 60 anos, distribuídas aleatoriamente, em 02 grupos com 10 pacientes. As pacientes do grupo estudo realizaram 06 ...

  12. As mulheres e os discursos genderizados sobre o amor: a caminho do "amor confluente" ou o retorno ao mito do "amor romântico"?

    OpenAIRE

    Neves, Ana Sofia Antunes das

    2007-01-01

    O papel do amor na dinâmica da intimidade é inegável nas sociedades ocidentais, sendo inclusivamente um dos elementos centrais da vida social. O argumento de que o amor constitui o motor do desenvolvimento das relações interpessoais, sobretudo para as mulheres, representa uma peça fundamental na construção dos discursos sociais sobre a felicidade humana e os factores que a configuram. Tradicionalmente perspectivado como feminino, o amor tem sido apontado às mulheres como a sua suprema vocação...

  13. Vulnerabilidades fiscais decorrentes da adoção de padrões monetários nacionais como meio de pagamento internacional: a experiência do padrão-dólar

    OpenAIRE

    Firmo Filho, Alipio Reis

    2014-01-01

    Dissertação de Mestrado em Gestão O objetivo geral da presente investigação foi identificar vulnerabilidades no atual modelo de gestão do Sistema Monetário Internacional a partir da investigação do Padrão-Dólar. A análise se desenvolveu em torno do Programa Large-Scale Asset Purchases-LSAP, escolhido como estudo de caso para o desenvolvimento da pesquisa. O Programa LSAP foi uma das soluções encontradas pelos EUA para estimular sua economia, em resposta à crise financeira de 2007. Através ...

  14. Vulnerabilidad social y orfandad: trayectoria vital de una adolescente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Isabel Moratilla-Olvera

    2012-01-01

    metodológica es la experiencia individual, ya que a partir de esta, es posible observar las influencias socio-culturales y de las instituciones en el sujeto. En este trabajo, nuestro interés fue el de reflexionar sobre la vulnerabilidad social y la orfandad de las adolescentes, que al vivir en medios socio-cultrales que no les pueden ofrecer diferentes figuras de identificación y alternativas de vida, se embarazan a temprana edad, y así se agudiza su condición de desventaja social. Para ilustrar esta problemática se presenta el reporte de caso de Yoselin, joven de 15 años, huérfana de padre, que se embaraza antes de terminar la educación secundaria. Para dar cuenta del influjo de las instituciones en su trayectoria vital, realizamos un análisis de los registros macro, medio y personal de las dinámicas en las que está inmerso el sujeto.

  15. Vulnerabilidad social y orfandad: trayectoria vital de una adolescente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bertha Elvia Taracena-Ruiz

    2012-09-01

    Full Text Available El enfoque socio-clínico es una aproximación de producción de conocimiento,que busca generar una reflexión multirreferencial de las problemáticas psicosociales; su estrategiametodológica es la experiencia individual, ya que a partir de esta, es posible observar las influenciassocio-culturales y de las instituciones en el sujeto. En este trabajo, nuestro interés fue el de reflexionarsobre la vulnerabilidad social y la orfandad de las adolescentes, que al vivir en medios socio-culturalesque no les pueden ofrecer diferentes figuras de identificación y alternativas de vida, se embarazan atemprana edad, y así se agudiza su condición de desventaja social. Para ilustrar esta problemática sepresenta el reporte de caso de Yoselin, joven de 15 años, huérfana de padre, que se embaraza antes determinar la educación secundaria. Para dar cuenta del influjo de las instituciones en su trayectoriavital, realizamos un análisis de los registros macro, medio y personal de las dinámicas en las que estáinmerso el sujeto.

  16. Riesgo y vulnerabilidad en Llano Largo, Acapulco: la tormenta Henriette

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    América Rodríguez-Herrera

    2012-01-01

    Full Text Available En este artículo se aborda la experiencia social generada frente al riesgo, a partir de los estragos provocados por la tormenta Henriette en el año 2007, en Llano Largo y otros sectores aledaños localizados en la emblemática Zona Diamante de la ciudad de Acapulco. Se identificó a los actores involucrados en las gestiones tras el desastre: población afectada, las empresas constructoras y el Estado. A pesar de la heterogeneidad social y cultural, los pobladores han realizado dinámicas organizativas que aunque incipientes, aportan para identificar el camino que les ayude a comprender y ubicarse en una realidad plagada de riesgos. El Estado, con una política centrada en la emergencia, no logra integrar los procesos de reconstrucción, lo que queda en manos de organismos privados cuyo interés no es la superación de la vulnerabilidad resultante. Únicamente atiende a la población en condiciones de pobreza con ayuda focalizada. Mientras los riesgos son para los pobres, las empresas continúan siendo las ganadoras en este reparto de ganancias.

  17. Las playas de Quintana Roo: sus riesgos y vulnerabilidad.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Torruco Gómez

    2013-01-01

    Full Text Available Las playas son sistemas donde se ejercen presiones antrópicas y ambientales, en este estudio se analizaron sus condiciones bioeconómicas con la finalidad de obtener un modelo que permita determinar el grado de vulnerabilidad y la matriz de riesgo en las playas del Estado de Quintana Roo para un mejor uso sustentable. Se formularon matrices con registros biológicos y socioeconómicos obtenidos entre el 2009 y 2010 en temporadas de alto registro turístico, obteniendo 17 variables en 20 playas analizadas. La evaluación se efectuó con el modelo semiparamétrico del tipo KSIM con dos escenarios: uno sin control/restricción en el desarrollo costero y otro con las mismas características pero con decremento en demanda turística por baja calidad ambiental. Los resultados mostraron un marcado descenso en playas arenosas y costas rocosas. En el modelo se hace referencia a la importancia de los procesos de las playas y su interrelación con los factores biológicos, sociales y económicos más importantes, proporcionando una visión integral de todas las variables. Se recomienda incrementar el modelo dándole mayor envergadura, integrando a las instituciones que influyen en el control de las acciones en estas playas, lo que dará un mejor referente y monitoreo a corto, mediano y largo plazo.

  18. Significado da busca de tratamento por mulheres com transtorno depressivo atendidas em serviço de saúde público

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Martin

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo de caráter etnográfico foi analisar o significado da busca de tratamento por mulheres com transtorno depressivo atendidas em um Núcleo de Atenção Psicossocial do município de Santos, São Paulo, Brasil. Foram identificados, neste contexto: o tratamento da depressão no serviço (do encaminhamento ao atendimento, as noções de doença elaboradas pelas mulheres e o consumo de medicamentos. Ficaram evidentes: a banalização da depressão, a importância do psiquiatra e do uso de antidepressivos e ansiolíticos no tratamento. Os padrões encontrados de consumo dos medicamentos pelas mulheres sugerem a ocorrência de uma "toxicomania medicamentosa". O uso de medicamentos, além da ação farmacológica, possui uma ação simbólica, no sentido de conforto e cuidado. O trabalho aponta para a necessidade de se articularem o significado das experiências das mulheres e as abordagens terapêuticas da depressão na construção das políticas públicas de saúde mental.

  19. Opinião de mulheres de uma unidade de saúde da família sobre a quantidade de leite materno produzido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luiza Vilela Borges

    Full Text Available Trata-se de estudo com o objetivo de conhecer a opinião de mulheres sobre a quantidade de leite materno produzido, pois o leite insuficiente é uma das razões mais referidas por mulheres de diversas culturas, para a introdução de alimentos complementares na dieta de crianças, antes do quarto mês de vida. Foram entrevistadas 41 mulheres de uma unidade de saúde da família, na zona leste do Município de São Paulo, em seu próprio domicílio, em 1998 e 1999. A maioria das mães (82,9% considerou estar produzindo uma quantidade suficiente de leite materno. Elas utilizaram, como critérios para a avaliação da quantidade de leite materno produzido, o volume das mamas, a drenagem espontânea de leite e o estado da criança após a mamada. Todas as mulheres introduziram leite artificial antes do quarto mês de idade, porém as que referiram leite materno insuficiente o fizeram mais precocemente (p=0,0088.

  20. "Largada sozinha, mas tudo bem": paradoxos da experiência de mulheres na hospitalização por abortamento provocado em Salvador, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monique França Carneiro

    2013-06-01

    Full Text Available O trabalho buscou compreender a experiência de mulheres internadas por abortamento provocado em três hospitais públicos de Salvador, Bahia, a partir do percurso e das interações que estabelecem com profissionais e outras usuárias. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 19 mulheres sobre a experiência nos distintos momentos da internação e a avaliação da atenção recebida. Abortos e partos anteriores, próprios ou de conhecidas suas, conformam expectativas sobre a atenção recebida. A experiência das mulheres foi marcada por sentimentos negativos, pela dor física e emocional, mas, também, pelo alívio com o fim da gravidez e do risco de morte. Sofrimento adicional foi condicionado pela percepção de um "não-cuidado" e atitudes de discriminação pelo aborto, contrariando as atuais normas técnicas. Paradoxalmente, a maioria avaliou positivamente a atenção, embora com críticas. Esforços devem ser feitos para humanizar a assistência ao abortamento, considerando as experiências das mulheres.

  1. Distribuição dos casos de AIDS em mulheres no Rio de Janeiro, de 1982 a 1997: uma análise espacial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tomazelli Jeane

    2003-01-01

    Full Text Available A epidemia de AIDS vem crescendo e atingindo de forma diferenciada os diversos grupos populacionais. Sua dinâmica dentro das cidades também vem mostrando-se distinta segundo as características de cada região. Diferenciais internos das cidades vêm sendo relacionados a modos principais de propagação. Este trabalho analisa a epidemia de AIDS em mulheres no Município do Rio de Janeiro, usando o referencial espacial. Observa-se o crescimento da epidemia da AIDS entre mulheres atingindo mais intensamente regiões das Zonas Norte e Oeste. A epidemia neste grupo compõe uma "subepidemia" na medida em que possui características clínicas, de acesso ao serviço e de conhecimento de riscos diferentes. Destaca-se a elevada proporção na categoria de transmissão ignorada dentre as mulheres, evidenciando um desconhecimento de sua situação de risco. Alta proporção de escolaridade ignorada, reforça a implicação do sistema de investigação sobre a qualidade da informação em mulheres.

  2. Distribuição dos casos de AIDS em mulheres no Rio de Janeiro, de 1982 a 1997: uma análise espacial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeane Tomazelli

    2003-08-01

    Full Text Available A epidemia de AIDS vem crescendo e atingindo de forma diferenciada os diversos grupos populacionais. Sua dinâmica dentro das cidades também vem mostrando-se distinta segundo as características de cada região. Diferenciais internos das cidades vêm sendo relacionados a modos principais de propagação. Este trabalho analisa a epidemia de AIDS em mulheres no Município do Rio de Janeiro, usando o referencial espacial. Observa-se o crescimento da epidemia da AIDS entre mulheres atingindo mais intensamente regiões das Zonas Norte e Oeste. A epidemia neste grupo compõe uma "subepidemia" na medida em que possui características clínicas, de acesso ao serviço e de conhecimento de riscos diferentes. Destaca-se a elevada proporção na categoria de transmissão ignorada dentre as mulheres, evidenciando um desconhecimento de sua situação de risco. Alta proporção de escolaridade ignorada, reforça a implicação do sistema de investigação sobre a qualidade da informação em mulheres.

  3. Mulheres budistas como líderes e professoras Buddhist women as leaders and teachers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita M. Gross

    2005-08-01

    Full Text Available No budismo, o papel do professor de dharma (religioso é a função mais prestigiosa, e o professor de dharma tem mais autoridade do que qualquer outro líder. Apesar de os ensinamentos budistas não conterem nenhuma doutrina que limite essa função ao homem, na prática, em toda a história budista, foram pouquíssimas as mulheres que se tornaram conhecidas como professoras de dharma. Algumas pessoas acham que essas práticas não prejudicam as mulheres, porque estas podem, ainda assim, receber os ensinamentos, fazer as práticas mais avançadas e obter altos níveis de esclarecimento espiritual. Contudo, eu afirmo que o fato de não haver professoras de dharma reconhecidas foi nocivo seja para as mulheres budistas, seja para o próprio budismo. Isso tem a ver com o legado das comunidades de monjas em muitas partes do mundo budista, com os baixos padrões de educação para as mulheres, com o fraco prestígio de que gozam as praticantes mulheres, com a falta de modelos para as mulheres e com a perda da sabedoria feminina na herança do pensamento budista. Até que as professoras de dharma não forem amplamente reconhecidas e honradas, o budismo continuará sendo perseguido por seu passado patriarcal, com o prejuízo de todos.In Buddhism, the role of the dharma (religious teacher is the most prestigious role, and dharma teachers have more authority that any other leaders. Though the Buddhist teachings contain no doctrines that limit this role to men, in practice throughout Buddhist history, very few women have been publicly acknowledged as dharma teachers. Some people claim that this practice does not harm women because women can, nevertheless, receive teachings, do advanced practices, and attain high states of spiritual realization. However, I claim that the practice of not recognizing women as dharma teachers has been very harmful both to Buddhist women and to Buddhism itself. It has lead to the demise of the nuns' community in many parts of

  4. Notificações de violência sexual contra a mulher no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gracyelle Alves Remigio Moreira

    2015-09-01

    Full Text Available Objetivo: Apresentar o quadro de violência sexual contra a mulher no Brasil, com base nas notificações realizadas no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem quantitativa, que analisou informações referentes às notificações de violência sexual contra a mulher, no período de 2009 a 2013, considerando a unidade da federação, perfil das mulheres, características da ocorrência e encaminhamentos realizados pelo setor saúde. Os dados foram analisados por meio da estatística descritiva, sendo apresentados números absolutos e relativos derivados das notificações. Resultados: No Brasil, foram registradas 21.871 notificações no período estudado. Observaram-se maiores taxas de registros no ano de 2013 e na região Norte. Predominou o ciclo de vida de 10 a 19 anos (10.806/49,4%, as raças branca (8.894/40,7% e parda (8.535/39,0%, e a escolaridade ensino fundamental incompleto (5.444/24,9%. Os casos de violência sexual ocorreram com maior frequência na residência da mulher (13.259/60,6%, com agressor conhecido (5.649/25,8% e sem suspeita do uso de álcool (9.249/42,3%. A maior parte do atendimento no setor saúde foi de nível ambulatorial (15.842/72,6%, e os casos evoluíram para alta (16.879/77,2%. Conclusão: As notificações cresceram progressivamente no período estudado, e a violência sexual contra a mulher no país, registrada pelo setor saúde, atingiu, principalmente, adolescentes, no ambiente doméstico e com agressor conhecido.

  5. Mulheres indigenas: poder e tradição Indigenous women: power and tradition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Grubits

    2005-12-01

    Full Text Available Este trabalho contém relatos e reflexões sobre gênero nas suas interfaces com trabalho, poder e participação política da mulher nas comunidades indígenas Bororo de Mato Grosso, Guarani/Kaiowá e Kadiwéu, de Mato Grosso do Sul. No estudo com os Bororo a valorização de uma mulher da comunidade se devia ao fato de ser ela guardiã da cultura e dos conhecimentos tradicionais e ao mesmo tempo uma importante interlocutora com o mundo do não índio. No caso dos Guarani/Kaiowá, os elementos mais importantes dizem respeito à saída dos homens da reserva e ao seu desejo se tornar homens da cidade, ao contrário das mulheres, que desejam ou necessitam manter a identidade Guarani e residir na reserva. Entre os Kadiwéu, o fato mais relevante é a questão do poder político das mulheres e uma divisão de papéis entre homens e mulheres, sem que seja atribuído mais valor a um papel do que a outro.This study contemplates reports and reflections about gender and the interfaces with work, power and woman's political participation within the Bororo indigenous communities in Mato Grosso, Guarani/Kaiowá and Kadiwéu ones, in Mato Grosso do Sul. In the study with the Bororo community, the woman valorization occurred because she represents the guardian of the culture and of the traditional knowledge, and at the same time, she is an important speaker for the Bororo and the non indigenous society. In the case of Guarani/Kaiowá community, the most important facts are, on one side, the departure of the men and their wish to become city men, and on the other, the women who wish or need to keep the Guarani identity and live in the reserve. In the Kadiwéu community, the most important fact is the women political power and a role division between men and women, without the attribution of more value to one role or the other.

  6. Fatores de risco para câncer de mama em mulheres indígenas Teréna de área rural, Estado do Mato Grosso do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilana Geimba de Lima

    Full Text Available Com o objetivo de se avaliar a distribuição de fatores de risco em mulheres indígenas Teréna no Estado do Mato Grosso do Sul, duas amostras destas foram entrevistadas, respectivamente em 1995 (330 mulheres voluntárias de dez aldeias teréna de área rural e em 1997 (quarenta mulheres da Aldeia de Limão Verde. Os padrões de vida reprodutiva, dieta, antecedentes patológicos pessoais e familiares foram levantados, bem como a determinação do índice de massa corporal (IMC. Na maior amostra, observou-se que a idade média à menarca foi de 12,3 anos (30% das mulheres referindo-a aos 13 anos ou mais, 86% das mulheres com antecedentes de uma ou mais gestações (42% com cinco ou mais, 71% com antecedentes de três ou mais gestações, idade média à primeira gestação de 18,9 anos (3.8% com 28 anos ou mais, aleitamento materno com duração média de 84 meses, e 70% das mulheres menopausadas antes dos cinqüenta anos de idade. O padrão referido de dieta na menor amostra revela elevado consumo de frutas, legumes, raízes e macarrão, com ingestão escassa de carne vermelha e frango, observando-se que 50% (IC 95%: 34.1-65.9 das mulheres apresentaram sobrepeso (IMC 25-29 e 27% (IC 95%: 15.1-44.1 obesidade (IMC > 29.

  7. Implementation of respondent-driven sampling among female sex workers in Brazil, 2009 Implementação do método de amostragem respondent-driven sampling entre mulheres profissionais do sexo no Brasil, 2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giseli Nogueira Damacena

    2011-01-01

    Full Text Available Female sex workers are known in Brazil and elsewhere in the world as one of the most-at-risk populations for risk of HIV infection, due to their social vulnerability and factors related to their work. However, the use of conventional sampling strategies in studies on most-at-risk subgroups for HIV is generally problematic, since such subgroups are small in size and are associated with stigmatized behaviors and/or illegal activities. In 1997, a probabilistic sampling technique was proposed for hard-to-reach populations, called Respondent-Driven Sampling (RDS. The method is considered a variant of chain sampling and allows the statistical estimation of target variables. This article describes some assumptions of RDS and all the implementation stages in a study of 2,523 female sex workers in 10 Brazilian cities. RDS proved appropriate for recruiting sex workers, allowing the selection of a probabilistic sample and the collection of previously missing information on this group in Brazil.O grupo das mulheres profissionais do sexo é reconhecido, nacional e internacionalmente, como uma população de maior risco à infecção pelo HIV pela sua vulnerabilidade social e por fatores relacionados à atividade profissional. Porém, a utilização de estratégias convencionais de amostragem em estudos nos subgrupos de maior risco de contraírem HIV é, em geral, problemática, já que estes têm pequena magnitude em termos populacionais e estão vinculados a comportamentos estigmatizados ou atividades ilegais. Em 1997, foi proposta uma técnica de amostragem probabilística para populações de difícil acesso, o Respondent-Driven Sampling (RDS. O método é considerado como uma variante da amostragem em cadeia e possibilita a estimação estatística dos parâmetros de interesse. Este artigo descreve alguns pressupostos do RDS e todas as etapas de implementação em um estudo com 2.523 profissionais do sexo em dez municípios brasileiros. A utilização do

  8. Jerarquía de vulnerabilidades de las organizaciones comunitarias de agua en Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecilia Roa Garcia

    2015-07-01

    Full Text Available Los servicios de agua en las zonas rurales y peri-urbanas de los Andes son predominantemente prestados por organizaciones comunitarias o pequeñas empresas prestadoras. La vulnerabilidad de este tipo de proveedores de agua frente a su capacidad de adaptarse a situaciones adversas producidas por la variabilidad y el cambio climáticos, tiene que ver tanto con su dependencia de la capacidad reguladora de los ecosistemas, como con las condiciones institucionales internas y del entorno. En el marco de un proyecto de Investigación-Acción Participativa (IAP, y con base en una encuesta a las organizaciones miembros de dos asociaciones de acueductos comunitarios y un análisis detallado de ocho casos y de los datos disponibles en el Sistema Único de Información (SUI rural, se analizaron las vulnerabilidades de las organizaciones comunitarias prestadoras de servicios de agua en zonas rurales y peri-urbanas del sur occidente de Colombia. Se clasificaron las vulnerabilidades en: biofísicas en las fuentes, técnicas, institucionales y del modelo organizacional; y se encontró que las vulnerabilidades institucionales y del modelo organizacional son de igual o más importancia que las vulnerabilidades técnicas y biofísicas.

  9. Mulheres em cooperativas rurais virtuais: reflexões sobre gênero e subjetividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Ilka Jacinto Salvaro

    Full Text Available Este artigo busca apresentar uma reflexão sobre gênero e subjetividade, a partir da participação de mulheres em cooperativas rurais virtuais localizadas em municípios da região sul de Santa Catarina. Conforme define a literatura estudada, tal modelo de cooperativa se diferencia do modelo tradicional, pois, entre outros aspectos, não possui sede fixa, reúne um grupo de 20 a 30 agricultores e movimenta uma grande variedade de produtos em pequenas quantidades. Trata-se de uma análise ampliada com base em dados coletados em pesquisa desenvolvida no período de 2011-2012 (PIBIC-UNESC/CNPq. A pesquisa foi qualitativa e os dados foram obtidos por meio da entrevista semiestruturada. Foram entrevistadas dez mulheres, com idades entre 36 e 54 anos, participantes de três cooperativas. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas de acordo com procedimentos da análise de conteúdo. Os resultados e discussão apresentam o processo de formação das cooperativas, a participação e os produtos comercializados pelas cooperadas; além de discorrer sobre a participação de mulheres em cooperativas rurais virtuais, a visibilidade social e o reconhecimento do trabalho feminino. Em grande medida, foi possível verificar que a participação de mulheres em cooperativas possibilitou benefícios não apenas financeiros, pela comercialização da produção, mas também reconhecimento social e subjetivo.

  10. AS MULHERES DO BARRO: Um registro etnomatemático das mulheres artesãs de Arraias (Tocantins

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcione Marques Fernandes

    2016-06-01

    Full Text Available Este artículo presenta los resultados de una investigación doctoral realizada en el Programa de Graduados de la Facultad de Educación de la Universidad de Brasilia. Se trata de una investigación etnográfica con dos mujeres artesanas del municipio de Arraias, el estado de Tocantins, los últimos representantes de los conocimientos tradicionales. La vida de estos dos damas se enredan en la misma narrativa, aprendieron el arte de la cerámica con sus madres, algunos a la escuela e incluso sin el conocimiento académico matemático desarrollado una técnica depurada en la preparación de los platos que revelan conceptos etnomatemáticos, refiriéndonos a un proceso cognitivo en las proporciones establecidas entre diferentes objetos de cerámica ganar un nuevo entorno, un nuevo sentido de la medida, lo que permite proponer un diálogo con la universidad establecida por la reconexión de conocimiento.

  11. AS MULHERES DO BARRO: Um registro etnomatemático das mulheres artesãs de Arraias (Tocantins

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcione Marques Fernandes

    2016-01-01

    Full Text Available Este artículo presenta los resultados de una investigación doctoral realizada en el Programa de Graduados de la Facultad de Educació n de la Universidad de Brasilia . Se trata de una investigación etnográfica con dos mujeres artesanas del municipio de Arrai as, el estado de Tocantins , los últimos representantes de los conocimientos tradicionales . La vida de estos dos damas se enredan en la misma narrativa , aprendieron el arte de la cerámica con sus madres, algunos a la escuela e incluso sin el conocimiento académico matemático desarrollado una técnica depurada en la preparación de los platos que revelan conceptos etnomatemáticos , refiriéndonos a un proceso cogni tivo en las proporciones establecidas entre diferentes objetos de cerámica ganar un nuevo ento rno , un nuevo sentido de la medida, lo que permite proponer un diálogo con la universidad establecida por la reconexión de conocimiento.

  12. AS NÊSPERAS DE TIA LEONOR: REPRESENTAÇÕES DO SUJEITO FEMININO EM MULHERES DE OLHOS GRANDES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane de Lima Ribeiro

    2014-12-01

    Full Text Available A obra Mulheres de olhos grandes (2001, da autora mexicana Ángeles Mastretta, apresenta, ao todo, trinta e sete contos, todos sem título. A autora, nascida em Puebla, no ano de 1949, traz à tona as histórias das “tias”, que, por serem personagens ficcionais, tornam-se representações de sujeitos femininos, de mulheres que vivem conflitos regionais, ganhando dimensão universal. Assim, a proposta deste trabalho é analisar o primeiro conto da obra Mulheres de olhos grandes, a fim de verificar as representações do sujeito feminino, por meio de aportes teóricos da crítica feminista, em especial Perrot (2001, Rocha-Coutinho (1994 e Schmidt (2000. Para a realização deste estudo, foi implementado um referencial teórico que subsidie a análise do corpus escolhido. Nas histórias contadas por um narrador onisciente, as personagens centrais são mulheres que, cada uma ao seu modo, subvertem o destino imposto a elas pela sociedade de cunho patriarcal de uma pequena cidade mexicana, Puebla. Essas mulheres, “as tias”, têm desejos, sonhos e coragem suficiente para revolucionar suas vidas e encorajar a mudança na vida de outras conterrâneas. Suas histórias se entrelaçam, seus sofrimentos e conquistas são compartilhados; Puebla, a cidadezinha interiorana de vida pacata e tradicional, não é mais a mesma depois da atitude de enfrentamento dessas mulheres. No conto, cuja personagem principal é Tia Leonor, que “tinha o umbigo mais perfeito do mundo”, encontramos representações de mulheres de três diferentes gerações da mesma família: a avó, que reprime os desejos da neta, a mãe – Tia Luisita –, que não tem autonomia sobre a própria vida, e a racional e sensual Tia Leonor, que retoma o passado com o simbolismo das nêsperas.

  13. EMPREENDEDORISMO FEMININO: MULHERES GERENTES DE EMPRESAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Beatriz Cautela Tvrzska de Gouvêa

    2008-09-01

    Full Text Available A realidade da mulher gestora da micro e pequena empresa desperta interesse pelo estudo do gênero feminino no ambiente destas organizações. Analisar as características, considerações e entendimentos de um grupo de mulheres, que participam de uma associação empresarial de comercio e indústria de Santa Catarina, Brasil, constituiu-se no objetivo deste estudo. A pesquisa exploratória, com método qualitativo, foi realizada por meio de entrevista estruturada, com análise de conteúdo. Os resultados evidenciam que as gestoras apresentam idade entre 33 e 54 anos, na maioria casadas e com filhos, e com formação acadêmica de nível superior. A maioria trabalha mais de nove horas por dia. Participam, em média, com 50% do valor no orçamento familiar. Consideram-se, em sua maioria, mulheres de sucesso. Entendem como estratégia a necessidade de conhecimento acerca do negócio e a dedicação à empresa. Os resultados do estudo são semelhantes aos encontrados na literatura de empreendedorismo feminino.

  14. Equipes gerenciadas por mulheres: representações sociais sobre gerenciamento feminino Women managers' teams: social representations about feminine management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Maria Fontenele Mourão

    2008-01-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo apreender a maneira como as equipes que têm uma mulher como gerente estão construindo representações sociais sobre este gerenciar. Participaram 74 mulheres e 72 homens de equipes que trabalham com sete mulheres que atingiram o topo de carreira, ocupando cargos administrativos nos níveis DAS 5 e DAS 6 da Administração Pública Federal. Utilizou-se a associação livre de palavras, sendo as respostas analisadas pelo software EVOC. Os resultados indicam que os participantes identificam algumas características que as equipes atribuem ao gerenciamento feminino. Apontam para uma forma de gestão voltada para as relações pessoais, respeito pela pessoa, preocupação com a qualidade do trabalho. Um gerenciamento cujo estilo interativo se caracterizaria pela capacidade de promover a inclusão, característico das formas de redes planas de gestão.The aim of this study was to apprehend the way teams that have a woman as amanager are building the social representation about this management. The participants were 74 women and 72 men whose teams work with seven women who have reached the top of their careers in administrative positions of DAS 5 and DAS 6 levels of the Public Federal Administration. A free association test was applied and analyzed through the EVOC software. The results showed that the participants identified some characteristics on women management that were considered a feminine form of leadership: interpersonal relationship, respect for individuality, concern with the quality of work. This kind of management carries an interactive style that is characterized by the capacity to promote inclusion, which is a characteristic of flat management nets.

  15. O perfil da mulher portadora de HIV/AIDS e sua adesão à terapêutica antirretroviral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Felix

    2012-08-01

    Full Text Available Esse trabalho teve como objetivos caracterizar o perfil sociodemográfico e clínico, os comportamentos em saúde, crenças e atitudes sobre a doença e o tratamento de mulheres com HIV/AIDS atendidas no serviço ambulatorial de um hospital universitário do interior de São Paulo, bem como identificar fatores que interferem na adesão à terapêutica antirretroviral. Os sujeitos do estudo foram 60 mulheres acompanhadas no serviço. Os dados foram colhidos por meio de entrevista semiestruturada. As mulheres tinham idade média de 39,8 (desvio padrão 9,1 anos, baixa escolaridade, condições socioeconômicas insatisfatórias e mantinham relacionamento estável. A relação heterossexual foi a forma mais frequente de infecção; 55% das mulheres já abandonaram o tratamento e alegavam como principais motivos os esquemas terapêuticos impostos, os efeitos colaterais dos antirretrovirais, o enfrentamento psicológico da doença e o pesar iminente da morte; 35% delas não atingiram critérios de adesão considerando-se o uso de 95% da terapêutica antirretroviral prescrita.

  16. Determinantes do aborto provocado entre mulheres admitidas em hospitais em localidade da região Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fonseca Walter

    1996-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar os determinantes do aborto provocado entre mulheres admitidas por complicações decorrentes dos abortos, nos hospitais-maternidades públicos em Fortaleza, CE (Brasil foram entrevistadas 4.359 pacientes entre 1º de outubro de 1992 e 30 de setembro de 1993. Os dados foram coletados através de questionário estruturado. São apresentados os determinantes dos abortos provocados em 2.084 (48% mulheres classificadas como tendo induzido aborto. Dois terços (66% das mulheres relataram a indução do aborto com o uso isolado do Cytotec(R (misoprostol ou associado a outro meio abortivo. Os resultados indicam que, na população estudada, a indução do aborto é prática comum entre jovens, solteiras (ou que vivem sem um parceiro estável, de baixa paridade, com escolaridade incipiente e não-usuárias de métodos contraceptivos. Recomenda-se a realização de estudos que investiguem os conhecimentos relacionados a percepções, conceitos culturais do aborto, e às razões por que mulheres pobres fracassam na adoção de métodos de planejamento familiar.

  17. Woman: Brazilian and Guerrilla Mulher: brasileira e guerrilheira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruth Ribeiro de Lima

    2010-05-01

    Full Text Available The aim of this text is to give voice to the woman who bide by side with men played an important role in recent tragic Brazilian history: armed resistance in the 1960s and 70s. Therefore, member of women fighters age, marital status, motivation, commitment to revolutionary cause and consequent comments will be see through the emotions and the experience of a guerrilla fighter and her partners.O objetivo deste texto é dar vez e voz à mulher que, ombro a ombro com o elemento do sexo masculino, protagonizou uma das páginas mais belas e trágicas da história recente deste país: a resistência armada havida nas já distantes décadas de 1960 e 1970. Portanto, número, idade, estado civil, motivação, dedicação à causa revolucionária e os comentários que suscitaram serão, aqui, abordados, tendo por base não só a emoção e a vivência da própria guerrilheira, mas igualmente daqueles que com ela conviveram.

  18. A Quixote mulher - ficção e filosofia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Guimarães

    2005-06-01

    Full Text Available Neste artigo, apresento uma interpretação feminista do romance The Female Quixote, de Charlotte Lennox, publicado em 1752. Em minha hipótese, Lennox responde às acusações de que romances são falsos e, por isso, repreensíveis, ao defender o gênero enquanto instrumento de crítica social e meio de transmissão e obtenção de conhecimentos das mulheres. Assim, ao mesmo tempo em que atribui valor ético, político e epistêmico a narrativas ficcionais, ela contribui também para uma reconceptualização dos conceitos de "verdadeiro" e "falso".I present in this paper a feminist interpretation of the novel The Female Quixote, by Charlotte Lennox. In my hypothesis, Lennox meets the charge of falsity leveled against early modern novels with a defense of the genre as a tool of social critique and a medium for the achievement and transmission of women's knowledge. Thereby she promotes a revision of the concepts of "truth" and "falsity", while at the same time she endows fictional narratives with ethical, political and epistemic significance.

  19. Relacionamentos Afetivo-Familiares em Mulheres com Anorexia e Bulimia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Leonidas

    Full Text Available RESUMOEste estudo teve por objetivo investigar a rede social de apoio de mulheres com anorexia e bulimia, com ênfase em suas relações afetivo-familiares. A amostra foi composta por 12 participantes atendidas em hospital universitário. Os instrumentos utilizados foram: roteiro de entrevista semiestruturada, Mapa de Rede e Genograma. Os resultados indicaram que as redes sociais das participantes têm configuração restrita, com proeminência de membros da família em sua composição. Os relacionamentos familiares oscilam, contudo, entre turbulência e distanciamento afetivo. As relações de afeto mantidas com pais, cônjuges e namorados são marcadas por divergências e insatisfações. A baixa densidade da rede de amizades e o empobrecimento da vida social resultam em isolamento e dificuldades de dar início e/ou manter relacionamentos afetivos duradouros.

  20. Prevalência e vulnerabilidade à infecção pelo HIV de moradores de rua em São Paulo, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Grangeiro

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a prevalência e o perfil de vulnerabilidade ao HIV de moradores de rua. MÉTODOS: Estudo transversal com amostra não probabilística de 1.405 moradores de rua usuários de instituições de acolhimento de São Paulo, SP, de 2006 a 2007. Foi realizado teste anti-HIV e aplicado questionário estruturado. O perfil de vulnerabilidade foi analisado pela frequência do uso do preservativo, considerando mais vulneráveis os que referiram o uso nunca ou às vezes. Foram utilizadas regressões logística e multinomial para estimar as medidas de efeito e intervalos de 95% de confiança. RESULTADOS: Houve predominância do sexo masculino (85,6%, média de 40,9 anos, ter cursado o ensino fundamental (72,0% e cor não branca (71,5%. A prática homo/bissexual foi referida por 15,7% e a parceria ocasional por 62,0%. O número médio de parcerias em um ano foi de 5,4 e mais da metade (55,7% referiu uso de drogas na vida, dos quais 25,7% relataram uso frequente. No total, 39,6% mencionaram ter tido uma doença sexualmente transmissível e 38,3% relataram o uso do preservativo em todas as relações sexuais. A prevalência do HIV foi de 4,9% (17,4% dos quais apresentaram também sorologia positiva para sífilis. Pouco mais da metade (55,4% tinha acesso a ações de prevenção. A maior prevalência do HIV esteve associada a ser mais jovem (OR 18 a 29 anos = 4,0 [IC95% 1,54;10,46], história de doença sexualmente transmissível (OR = 3,3 [IC95% 1,87;5,73]; prática homossexual (OR = 3,0 [IC95% 1,28;6,92] e à presença de sífilis (OR = 2,4 [IC95% 1,13;4,93]. O grupo de maior vulnerabilidade foi caracterizado por ser mulher, jovem, ter prática homossexual, número reduzido de parcerias, parceria fixa, uso de drogas e álcool e não ter acesso a ações de prevenção e apoio social. CONCLUSÕES: O impacto da epidemia entre moradores de rua é elevado, refletindo um ciclo que conjuga exclusão, vulnerabilidade social e acesso limitado

  1. Modelos de vulnerabilidad agrícola ante los efectos del cambio climático

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Hernández Ramírez

    2014-12-01

    Full Text Available La Vulnerabilidad Agrícola (VA es el resultado de la medición de la variabilidad climática dentro de un contexto de vulnerabilidad social y sectorial, que ha ido agregando conceptos e indicadores que enriquecen y complementan el análisis de la seguridad alimentaria, en el entendido que la disponibilidad de un pronóstico corresponde no solo al derecho primordial de cualquier ser humano, sino a la supervivencia del mismo. La metodología de medición de esta variable depende estrictamente del alcance de la investigación y de la disponibilidad de datos de la región y del producto agrícola seleccionado. Los modelos utilizados hasta la fecha son tres: el modelo Estructural, el modelo Espacial y la Vulnerabilidad Agrícola.

  2. Respostas cardiopulmonares agudas de mulheres no treinamento de força

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Antônio Gonsalves Sindorf

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar as respostas cardiopulmonares de uma sessão de treinamento de força em mulheres jovens. MÉTODO: Participaram do estudo 23 mulheres, com idade entre 18 e 29 anos. Todas as voluntárias foram submetidas aos seguintes testes: cardiopulmonar e de uma repetição máxima (1-RM. O protocolo de treinamento de força teve ênfase em hipertrofia muscular, três séries de oito a 12 repetições a 70% de 1-RM, com intervalos de um minuto e 30 segundos entre as séries. Durante a sessão de treinamento foi realizada a medida das variáveis cardiopulmonares por meio de analisador de gases metabólicos e módulo de telemetria. RESULTADOS: Os resultados do consumo de oxigênio da sessão de treinamento foram de 8,43 ± 1,76 ml/kg/min e da frequência cardíaca de 108,08 ± 15,26 bpm. Os resultados do consumo de oxigênio e da frequência cardíaca do treino foram inferiores (p < 0,01 ao do limiar ventilatório e das reservas do consumo de oxigênio e da frequência cardíaca. CONCLUSÃO: Os dados obtidos indicam que o presente protocolo de treinamento de força proporcionou pequena sobrecarga ao sistema cardiorrespiratório de mulheres jovens.

  3. Geoamenazas y vulnerabilidad en Cañas, Guanacaste

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sánchez Castillo, Sergio

    2003-09-01

    Full Text Available Este artículo se explica en que consiste el Proyecto Piloto de Geoamenazas y Vulnerabilidad, el cual se desarrolla en el cantón de Cañas. Este proyecto es auspiciado y financiado por diferentes organismos internacionales y su ejecución está a cargo de la Comisión Nacional de Prevención de Riesgos y Atención de Emergencias (CNE. Se presentan los aspectos que propiciaron la escogencia del cantón de Cañas: amenaza sísmica, composición de los suelos, amenaza de inundación, base de datos catastrales en formato digital, Plan Regulador y un Comité Local de Emergencias activo. La metodología utilizada en el proyecto incluyó la aplicación de un censo en el Distrito Central de Cañas y se desarrollaron talleres con expertos internacionales y de instituciones nacionales This articles explains what the Geo Threats and Vulnerability Pilot Project is. This Project is developed in the Cañas canton. It is sponsored and financed by different international organisms and its execution is the responsibility of the National Commission of Risk Prevention and Emergency Response (Comisión Nacional de Prevención de Riesgos y Atención de Emergencias - CNE. It presents the aspects that motivated choosing the canton of Cañas: seismic threat, soil composition, flood threat, digital cadastral data, Regulatory Plan and an active Local Emergency Committee. The methodology used in the Project included a census in the main district of Cañas and the development of workshops with international and national experts

  4. Diabetes gestacional na perspectiva de mulheres grávidas hospitalizadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Flávio Moura Araújo

    Full Text Available Estudo qualitativo fenomenológico, que teve como objetivo compreender o significado das experiências vivenciadas por mulheres com diabetes mellitus gestacional. Participaram 12 pacientes internadas em uma maternidade de Fortaleza-CE, Brasil, que manifestaram seus sentimentos e percepções por meio de entrevista aberta e desenhos. O material empírico foi transcrito na íntegra e, posteriormente, organizado e analisado pelo método fenomenológico. Os resultados evidenciaram dois temas: (1 Vivenciando experiências que trazem felicidade e bem-estar e (2 Vivenciando experiências que provocam sofrimento. Este estudo fenomenológico, ao possibilitar apreender a experiência das mulheres com diabetes mellitus gestacional, contribui para o planejamento e a implementação de programas de intervenção baseados em um modelo de saúde participativo, com vistas a priorizar os aspectos subjetivos envolvidos na gravidez de risco.

  5. Irmã de índio, mulher de branco: perspectivas femininas no alto rio Negro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Lasmar

    2008-10-01

    Full Text Available A posição "deslocada" das mulheres é um traço constitutivo da experiência social feminina no alto rio Negro, em contraste com a masculina, esta fortemente centrada na noção de "pertencimento". Tomando isso por pressuposto, realiza-se, neste artigo, uma reflexão sobre a experiência social das mulheres indígenas que residem na cidade de São Gabriel da Cachoeira, principal pólo urbano da bacia do alto rio Negro. Com base em análise etnográfica, discute-se o modo como os casamentos com brancos na cidade contribuem para o processo de transformação da experiência social feminina.The "displaced" position of women is a constitutive feature of female social experience in the Upper Rio Negro, in contrast to the male position which is centred on the notion of "belonging". Starting from this premise, the article reflects on the social experience of Indigenous women who live in the city of São Gabriel da Cachoeira, the principal urban centre in the Upper Rio Negro basin. Through ethnographic analysis, it explores how marriages with white men in the city contribute to the process of transforming female social experience.

  6. Diabetes gestacional na perspectiva de mulheres grávidas hospitalizadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Flávio Moura Araújo

    2013-04-01

    Full Text Available Estudo qualitativo fenomenológico, que teve como objetivo compreender o significado das experiências vivenciadas por mulheres com diabetes mellitus gestacional. Participaram 12 pacientes internadas em uma maternidade de Fortaleza-CE, Brasil, que manifestaram seus sentimentos e percepções por meio de entrevista aberta e desenhos. O material empírico foi transcrito na íntegra e, posteriormente, organizado e analisado pelo método fenomenológico. Os resultados evidenciaram dois temas: (1 Vivenciando experiências que trazem felicidade e bem-estar e (2 Vivenciando experiências que provocam sofrimento. Este estudo fenomenológico, ao possibilitar apreender a experiência das mulheres com diabetes mellitus gestacional, contribui para o planejamento e a implementação de programas de intervenção baseados em um modelo de saúde participativo, com vistas a priorizar os aspectos subjetivos envolvidos na gravidez de risco.

  7. A dor e o protagonismo da mulher na parturição

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel da Rocha Pereira

    2011-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVO: Compreender pela teoria das representações sociais, as dimensões socioculturais da dor e seu impacto no protagonismo da mulher na parturição. MÉTODO: Para a investigação, utilizou-se a metodologia qualitativa, com o referencial teórico da fenomenologia e da teoria da representação social. Foram realizadas 45 entrevistas semiestruturadas com gestantes dos serviços público e privado de saúde de Joinville, SC, com no mínimo quatro consultas de pré-natal e que estavam no terceiro trimestre de gestação. RESULTADOS: Da análise de conteúdo das falas, emergiram três categorias empíricas: medos e preocupações, vivências e influência sociocultural, as quais possibilitaram construir três categorias interpretativas: modelo biomédico, desinformação e papel da mulher na decisão pela via de parto. Os achados relatados neste artigo evidenciam a dor como um dos elementos construtores das representações sociais feminina sobre a parturição. Observou-se que a dor influencia o comportamento da gestante a partir do medo e se torna a gênese de outros sentimentos aversivos e preocupações que envolvem o evento da parturição. CONCLUSÃO: Nesse contexto, a dor revela-se como um dos principais construtores das atuais representações sociais femininas sobre a parturição e contribui para a curva ascendente nos índices de cesárea no Brasil.

  8. Adesão ao tratamento da tuberculose: Aspectos da vulnerabilidade individual e social

    OpenAIRE

    2015-01-01

    Elementos de vulnerabilidade individual e social podem interferir na adesão ao tratamento da tuberculose (TB), contextualizados no ambiente o qual o doente está inserido. Os marcadores de adesão, por sua vez, detectam precocemente vulnerabilidades na adesão ao tratamento de doentes com TB, por meio de escores, apresentando forte potencialidade para o monitoramento dessa adesão no âmbito da Atenção Primária à Saúde (APS), aprimorando a vigilância de pessoas com TB. OBJETIVO: Ver...

  9. ANÁLISE DA VULNERABILIDADE SEXUAL DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS AO HIV/AIDS

    OpenAIRE

    Elys Oliveira Bezerra; Ana Clara Patriota Chaves; Maria Lúcia Duarte Pereira; Flaviana Ribeiro Gomes de Melo

    2012-01-01

    Delante de la vulnerabilidad de jóvenes al VIH/SIDA, el objetivo fue analizar las vulnerabilidades relacionadas con la transmisión sexual del VIH entre estudiantes universitarios. Estudio cuantitativo, llevado a cabo en institución pública de educación superior en Fortaleza- CE, Brasil. Participaron 161 estudiantes. Para recolección de datos, se utilizaron dos cuestionarios auto administrados en situación colectiva. La mayoría de los participantes era mujer (67,1%); había iniciado la vida sex...

  10. Vulnerabilidad y activos familiares frente a riesgos. Caso de estudio en Ixil, Yucatán

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norma Cecilia Sandoval Ayala

    2015-01-01

    Full Text Available En esta contribución se presenta un estudio de caso sobre percepciones sociales respecto a la vulnerabilidad de los activos familiares frente a riesgos de desastres en el municipio de Ixil, estado de Yucatán, México. Se aplicaron 81 encuestas a representantes de hogares de la comunidad y se realizaron diecinueve entrevistas semiestructuradas. Se encontró que los huracanes son un factor clave tanto en la percepción sobre la vulnerabilidad, como en las situaciones de riesgo que ocasionan pérdidas de activos en la región.

  11. Riesgos socionaturales: vulnerabilidad socioeconómica, justicia ambiental y justicia espacial

    OpenAIRE

    2015-01-01

    En este artículo se discuten los significados de los conceptos vulnerabilidad socioeconómica , justicia ambiental y justicia espacial , en sus relaciones con los riesgos socionaturales y los desastres. Se parte de que dichos riesgos son construcciones sociales, derivadas de las modificaciones antrópicas al ambiente. Se explica de qué manera la vulnerabilidad socioeconómica es clave en el entendimiento de las causas de los desastres, y cómo, las consecuencias de estos, no son homogéneas...

  12. Vulnerabilidad social y comportamiento electoral. Un análisis por secciones electorales

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edel CADENA VARGAS

    2012-01-01

    Full Text Available En este artículo se analiza la relación entre el comportamiento electoral y la vulnerabilidad social, a nivel de secciones y distritos electorales desde 1990 a 2009. Los indicadores que utiliza son: competitividad, volatilidad y lealtad electorales, correlacionándolos con la vulnerabilidad social, índice propio construido de ocho variables censales. Encuentra que, al utilizar unidades de desagregación territorial menores a las comunes, es posible apreciar mayor diversidad en el comportamiento electoral, dependiendo del estrato social y lugar que se trate.

  13. Cuidado formal e informal en Cataluña: Un análisis de la percepción de las mujeres mayores en relación a sus derechos y obligaciones en materia de cuidados y atención Cuidado formal e informal na Catalunha: Uma análise da percepção das mulheres idosas em relação aos direitos e obrigações nos cuidados familiares e atenção à terceira idade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvia Bofill

    2006-11-01

    Full Text Available Este artículo presenta los resultados de una investigación realizada en Cataluña sobre el cuidado y el sistema de protección social a la dependencia en relación a la gente mayor. En particular versa sobre las expectativas que tienen las personas mayores - mujeres sobre todo - respecto a su propio cuidado, y en qué medida se observan cambios respecto a las generaciones anteriores. Contrariamente a lo que podría esperarse, un número significativo de mujeres dirigen sus demandas de atención, no tanto a la familia, cuanto a las instancias públicas. Así, encontramos un debilitamiento de la demanda en términos de responsabilidades familiares y un aumento de la demanda de servicios de atención domiciliaria, es decir, un aumento de las demandas en términos de derechos de ciudadanía.Este artigo apresenta os resultados de uma investigação levada a cabo na Catalunha sobre os cuidados e o sistema de protecção social à dependência em relação aos idosos. Aborda, em particular, as expectativas das pessoas idosas - essencialmente, as mulheres - acerca da assistência que lhes é fornecida, e a medida em que estas observam mudanças relativamente às gerações anteriores. Contrariamente ao que se poderia esperar, um número significativo de mulheres dirige as suas exigências de atenção não tanto às suas famílias, mas sim às instâncias públicas. Deste modo, encontramos uma diminuição da procura em termos de responsabilidades familiares e um aumento da procura de serviços de atenção domiciliária, ou seja, um aumento de exigências em termos de direitos de cidadania.

  14. Sem Direito de Amar?: A Vontade de Ter Filhos Entre Homens (e Mulheres Vivendo Com o HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paiva Vera

    2002-01-01

    Full Text Available Desafios permanecem na prevenção e cuidado da aids. Nesse artigo apresentamos resultados de pesquisa com 250 homens portadores do HIV que fazem sexo com mulheres, sobre o cuidado à sua saúde reprodutiva em centros de referência de aids e comparamos com estudos entre mulheres portadoras. 43% dos homens e até 20 % das mulheres entrevistadas querem ter filhos, principalmente os que não têm filhos. 85% dos homens mantém atividade sexual e é baixo o nível de informação sobre reprodução na condição de portadores. Apesar das conquistas que permitem a paternidade sem infecção da parceira e da criança, os resultados indicam pouco acolhimento, mesmo nos centros de excelência pesquisados. Sugerimos como temas centrais no treinamento de profissionais e na organização de programas: a obrigatoriedade ética e constitucional de promoção dos direitos reprodutivos, desafiar o estigma anti-família associado às pessoas vivendo com HIV e às noções essencialistas que naturalizam as definições sobre a família e os gêneros.

  15. Mulheres com gravidez de maior risco: vivências e percepções de necessidades e cuidado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela do Carmo Oliveira

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivo: Compreender vivências e percepções de mulheres com gestação de maior risco, relativas aos problemas/necessidades de saúde e práticas de cuidado. Métodos: Estudo descritivo-qualitativo, realizado em Cuiabá, Mato Grosso, com 12 mulheres em acompanhamento pré-natal em um serviço público especializado, por meio de entrevista semiestruturada e análise de conteúdo temática. Resultados: As participantes expressam a vivência de importantes eventos não médicos, que influem em sua saúde, como desinformação, medos, preocupações, desorganização da vida cotidiana e familiar, carências financeiras, e outras. Contudo, para o pré-natal, avalizam cuidados orientados pela perspectiva de risco, de controle dos problemas médicos. Reportam-se à necessidade de cuidados amplos, mas, para isso, buscam suporte na família e rede social comunitária de apoio. Conclusão: A compreensão das vivências e dos pontos de vista das mulheres grávidas é imprescindível à construção de ações pré-natais que respondam a necessidades de cuidados abrangentes.

  16. Qualidade de vida de mulheres vivendo com o HIV/aids de um município do interior paulista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joice Gaspar

    2011-03-01

    Full Text Available A terapia antirretroviral de alta potência beneficia os indivíduos com HIV/aids na sobrevida, cronicidade e qualidade de vida. Este estudo de corte transversal, com abordagem quantitativa, objetivou avaliar a qualidade de vida de mulheres com HIV/aids, utilizando o WHOQOL - HIV bref e sua associação com variáveis sociodemográficas. Foi realizado em dois ambulatórios especializados no atendimento a indivíduos com HIV/aids. De 106 mulheres participantes, 99,1% eram heterossexuais e 92,4% foram infectadas por via sexual. Dentre os domínios de qualidade de vida, espiritualidade obteve maior escore (65,7, seguido pelo físico (64,7, psicológico (60,6, relações sociais (59,5. Menores escores foram atingidos nos domínios nível de independência (58,6 e meio ambiente (54,5. Evidenciou-se que os fatores baixo nível socioeconômico e educacional tiveram associação com diferentes domínios, denotando a relação entre qualidade de vida e condições de vida. Concluiu-se que persistem os desafios no âmbito das relações sociais, afetivas, financeiras, requerendo intervenções efetivas focando o empoderamento das mulheres com HIV/aids.

  17. O acesso da mulher trabalhadora à justiça do trabalho do Rio Grande do Sul (1941-1946 = The access of women workers to the labour court of Rio Grande do Sul (1941-1946

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Schneider, Giselda Siqueira da Silva

    2014-01-01

    Full Text Available A pesquisa tem por objetivo verificar acerca do acesso da mulher trabalhadora à Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul, no recorte temporal 1941-1946. O estudo realizou-se no Memorial da Justiça do Trabalho da 4ª Região, na cidade de Porto Alegre, a quem coube a guarda dos processos judiciais preservados e utilizados como fontes primárias. Considerando a legislação protetiva em relação ao trabalho da mulher no Brasil entre 1930 a 1945, entre outros direitos, como o direito ao voto em 1932, quer-se verificar sobre a relação da mulher trabalhadora em busca de direitos a essa instância judicial, num período onde havia muito preconceito e discriminação em relação à própria mulher e ao trabalho feminino. Assim, a luz da historiografia, mais especificamente com o campo de estudo da história das mulheres, quer-se compreender sobre a mulher trabalhadora dentro da perspectiva de que tais mulheres sempre tiveram atuação política, participando da esfera pública, de acordo com as possibilidades encontradas em cada período. Ademais, a pesquisa em tais fontes pretende também, demonstrar o valor histórico dos documentos, no presente caso, dos processos judiciais, aliado à pesquisa e à revisão bibliográfica, visando compreender um pouco mais, do universo das mulheres trabalhadoras rio-grandenses no período e a possível relação da Justiça do Trabalho no tocante à promoção e efetividade dos direitos sociais

  18. Violência consentida: mulheres em trabalho de parto e parto Consented violence: women in labor and delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Regina Wolff

    2008-09-01

    Full Text Available O parto é um evento que integra a vivência reprodutiva da mulher e seu parceiro. Os profissionais de saúde são coadjuvantes dessa vivência, desempenhando um importante papel ao colocar seu conhecimento a serviço do bem-estar da mulher e do bebê, ajudando-os no processo de parturição e nascimento de forma saudável, humana e humanizadora. Este trabalho traz uma secção da tese de doutorado de uma das autoras, com o objetivo de denunciar como se dá a assistência em muitas das instituições de saúde, e que revela como várias das circunstâncias a que a mulher está sujeita no processo de parturição se caracterizam por ações de não cuidado e/ou como desumanização. Nesse recorte destacou-se os depoimentos de parturientes que evidenciaram o não cuidado e/ou a desumanização da assistência à mulher em trabalho de parto e parto. Os relatos evidenciaram um tipo especial de violência de gênero na área da saúde, uma violência consentida, conforme opinião das autoras, que ocorre com mulheres em trabalho de parto e parto.Delivery is an event that is part of the reproductive experience of a woman and her partner. Health professionals play an important role in that experience by putting their knowledge in the service of the woman's and her baby's welfare and helping them in the childbirth process in a healthy as well as humanized manner. The present study is a section of the doctoral dissertation of one of the authors and the objective was to reveal how assistance is provided at some health institutions. Several circumstances to which the woman in labor is subject are characterized by actions that were considered as non-care and/or dehumanization. This section of the dissertation shows a special type of gender violence in the health area, a consented violence, according to the authors' opinion, which occurs with women in labor and delivery.

  19. Comparação das respostas fisiológicas, perceptuais e afetivas durante caminhada em ritmo autosselecionado por mulheres adultas de três diferentes faixas etárias Comparison of the physiological, perception and affective responses during treadmill walking at self-selected pace by adult women of three different age groups

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cosme Franklim Buzzachera

    2010-10-01

    Full Text Available Comparar as respostas fisiológicas, perceptuais e afetivas durante caminhada em ritmo autosselecionado por mulheres adultas de três diferentes faixas etárias. Métodos: Foram investigados 66 sujeitos do sexo feminino, previamente sedentários, distribuídos de acordo com a sua idade cronológica nos seguintes grupos: GI (20,0-25,0 anos, n = 22, GII (30,0-35,0 anos, n = 22 e GIII (40,0-45,0 anos, n = 22. Todos os participantes foram submetidos a (i pré-avaliação médica, avaliação antropométrica e processo de familiarização, (ii teste incremental máximo em esteira, e (iii um teste de 20-minutos de caminhada em ritmo autosselecionado em esteira. As respostas fisiológicas (consumo de oxigênio, O2, e frequência cardíaca, FC foram mensuradas continuamente durante a realização do teste de 20-minutos de caminhada em ritmo autosselecionado. Por sua vez, as respostas perceptuais (percepção subjetiva de esforço, PSE e afetivas foram determinadas a cada intervalo de cinco minutos do teste. Para a análise estatística, empregou-se uma ANOVA de um fator (faixa etária, adotando-se um valor de p To compare the physiological, perception and affective responses during treadmill walking at a self-selected pace by previously sedentary women from three age groups. Methods: Sixty-six healthy women were assigned into three groups according to their age: GI (20.0-25.0 yr, n = 22, GII (30.0-35.0 yr, n = 22 and GIII (40.0-45.0 yr, n = 22. Each participant performed (i an initial medical screening, anthropometric assessment and familiarization; (ii an incremental treadmill test to determine O2max; and (iii a 20-min treadmill walking bout at a self-selected pace. During the 20-min of treadmill walking at a self-selected pace, the physiological (oxygen uptake, O2 and heart rate, HR responses were continuously recorded. The perception (Borg-RPE for the overall body, 6-20 and affective (Feeling Scale responses were measured every 5 min throughout the

  20. Vulnerabilidades ocupacionais e percepção de saúde em trabalhadores do SUS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ada Ávila Assunção

    2012-06-01

    Full Text Available Este artigo desenvolve uma tipologia de precariedade nos vínculos de trabalho, considerando outras dimensões além daquelas tradicionais, como tipo de vínculo, jornada e rendimento de trabalho. Outros aspectos do local de trabalho e da alocação de tempo em atividades e tarefas fora do ambiente laboral afetam a inserção dos indivíduos no mercado de trabalho. Assim, a partir da flexibilidade do método e da relativamente grande disponibilidade de informações sobre o indivíduo e seu desempenho socioeconômico, a presente investigação recorreu à aplicação do Método Grade of Membership (GoM aos dados de 1.808 trabalhadores da rede municipal de saúde de Belo Horizonte que participaram de um inquérito epidemiológico em 2009. Foram considerados elegíveis todos os profissionais vinculados ao serviço público municipal de saúde, independente do vínculo empregatício (permanente, temporário, estágio. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais (parecer nº 542/07. Os resultados apresentados convergem para as reflexões acerca da crescente constatação da vulnerabilidade dos trabalhadores de saúde em função das condições de trabalho precárias, além de indicaram a relevância da abordagem da atividade de trabalho, no sentido de identificar agentes estressores e outros fatores do ambiente relacionados às situações nocivas e de adoecimento. Algumas características dos indivíduos (idade, sexo, tempo de serviço, etc. que conformam a população-alvo não são passíveis de ações externas, no entanto, as políticas podem modificar os fatores localizados em torno do núcleo individual.

  1. Risco e vulnerabilidade nas práticas dos profissionais de saúde Riesgo y vulnerabilidad en las prácticas laborales de los profesionales del área de la salud Risk and vulnerability in the practice of professional healthcare

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luís Guedes dos Santos

    2012-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi analisar a produção científica da área da saúde e enfermagem acerca dos fatores de risco e da vulnerabilidade nas práticas dos profissionais de saúde, por meio de uma revisão integrativa. Os artigos foram pesquisados nas bases de dados LILACS e SCIELO, entre 2005 e 2010, a partir dos descritores vulnerabilidade, risco, riscos ocupacionais e pessoal de saúde, constituindo uma amostra de 21 publicações. Na atenção primária à saúde, os riscos e as vulnerabilidades relacionam-se à deficiência de recursos para o trabalho, à violência física e ao desgaste emocional. No contexto hospitalar, destacaram-se os acidentes com material biológico relacionados ao uso inadequado e não adesão a medidas de proteção, a sobrecarga de trabalho e a autoconfiança. Ressalta-se a importância da elaboração de políticas públicas em saúde do trabalhador, visando à melhoria das condições de trabalho e maior satisfação profissional.Este estudio tuvo como objetivo analizar los riesgos y vulnerabilidades presentes en las prácticas de los profesionales de la salud, a través de una revisión integradora de la producción científica en salud y enfermería. Los artículos fueron consultados en la bases LILACS y SciELO, de 2005 a 2010, según los descriptores: vulnerabilidad, riesgo, riesgos laborales y personal de salud, que abarca una muestra de 21 publicaciones. En la atención primaria, los riesgos y las vulnerabilidades están relacionados con la deficiencia de recursos para el trabajo, la violencia física y el estrés emocional. En el ámbito hospitalario se pueden destacar: los accidentes con material biológico relacionado con el uso indebido y el incumplimiento de las medidas de protección, sobrecarga de trabajo y confianza en uno mismo. Hacemos hincapié en la importancia de desarrollar políticas públicas dirigidas a mejorar las condiciones laborales del trabajador y una mayor satisfacción y

  2. Evaluation of the vulnerability of families assisted in Primary Care in Brazil Evaluación de la vulnerabilidad de familias asistidas en la Atención Básica Avaliação da vulnerabilidade de famílias assistidas na Atenção Básica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tharsila Martins Rios da Silva

    2012-10-01

    de vulnerabilidad por los servicios de salud.OBJETIVO: caracterizar o perfil de famílias da área de abrangência de uma Unidade Básica de Saúde e identificar aquelas em situação de vulnerabilidade. MÉTODO: trata-se de um estudo epidemiológico observacional, transversal e quantitativo. Foram realizadas 320 visitas domiciliárias, definidas por uma amostra aleatória das áreas de abrangência do Posto Urbano-1, em São Sebastião, DF. Para coleta de dados, utilizou-se um questionário estruturado, elaborado a partir do Índice de Desenvolvimento da Família (IDF. RESULTADOS: os resultados revelaram famílias jovens, com predomínio do sexo feminino e escolaridade baixa. O IDF permitiu identificar famílias em situação de vulnerabilidade grave e muito grave. As dimensões mais críticas foram: "acesso ao conhecimento" e "acesso ao trabalho". CONCLUSÃO: por meio deste o estudo sinalizou-se a importância de maiores investimentos na área da educação, trabalho e renda, e destacou-se a necessidade da utilização do conceito ampliado de vulnerabilidade pelos serviços de saúde.

  3. Perfil dos idosos com alterações cognitivas em diferentes contextos de vulnerabilidade social Perfil de los ancianos con cambios cognitivos en diferentes contextos de vulnerabilidad social Profile of elderly people with cognitive alterations in different contexts of social vulnerability

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariene Angelini Dos Santos

    2010-09-01

    Full Text Available Estudo de natureza quantitativa, descritiva, transversal. Teve como objetivo caracterizar idosos com alterações cognitivas, usuários de Unidades de Saúde da Família (USF, que residem em diferentes contextos de vulnerabilidade social. A população estudada foi composta por pessoas com idade a partir de 60 anos, cadastrados em USFs do município de São Carlos. A coleta de dados consistiu em entrevista estruturada, utilizando-se de Genograma e Critério Brasil. Os resultados mostram que idosos que vivem em contexto de muito baixa, baixa ou média vulnerabilidade, são em sua maioria do sexo feminino, viúvos, com 80 anos de idade e mais, inseridos na classe social B. Os que vivem em contexto de alta e muito alta vulnerabilidade são predominantemente do sexo feminino, casados, com idade de até 80 anos, inseridos na classe social C. Assim, em países como o Brasil, torna-se necessária a reavaliação das estratégias de cuidado que atendam essa faixa etária emergente.Estudio cuantitativo, descriptivo, transversal. Destinado a caracterizar los ancianos con cambios cognitivos, usuarios de las Unidades de Salud de la Familia (USF, que se encuentran en diferentes contextos de vulnerabilidad social. La población del estudio fue la gente mayor de 60 años de USFs registrado del municipio de São Carlos. Consistió en la recopilación de datos estructurada, utilizando el criterio Brasil y genograma. Los resultados muestran que las personas mayores que viven en el contexto de muy baja, baja o mediana vulnerabilidad, son en su mayoría mujeres, viudas, con 80 o más años de edad, clase social inserida en la clase B. Los que viven en el contexto de alta y muy alta vulnerabilidad son predominantemente de sexo femenino, casados, de 80 años, incluidos en la clase social C. Así, en países como Brasil, es necesario revisar las estrategias de atención que respondan a la nueva edad.Study of nature quantitative, descriptive and traverse. It had as

  4. Mulheres rurais: tecendo novas relações e reconhecendo direitos Rural women: establishment of new relations and recognition of rights

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celecina de Maria Veras Sales

    2007-08-01

    Full Text Available A presença das mulheres rurais na produção agrícola familiar é um fato. Mesmo na invisibilidade, não se pode negar que elas estão ocupando terras, plantando, colhendo, e cultivando o desejo de ter uma terra livre e usufruí-la com seu trabalho. Presentes na casa, no quintal, na roça e na luta pela terra, as mulheres tiveram ainda de lutar pelo direito de serem reconhecidas como trabalhadoras. A emergência das mulheres rurais nos movimentos sociais proporcionou seu aparecimento como sujeito político, rompendo sua invisibilidade como trabalhadora. Nesse aprendizado e experimentação as mulheres rurais criaram seu próprio movimento, consolidado na década de 1980. Desde então realizam encontros nacionais, marchas e campanhas, criaram coletivos de mulheres e conquistaram direitos. Os Coletivos de Mulheres estão vinculados à Federação de Trabalhadores da Agricultura do Ceará (FETRAE - CE ou ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST e constituem espaços importantes de ressignificação das atividades produtivas das mulheres.Women are effectively engaged in family agricultural production. In spite of certain invisibility, women are occupying fields, planting and harvesting. At the same time, they are longing for a free land where they can work. They have always been active at home, in the backyards, in the small subsistence farms and now they are struggling to being recognized as rural workers. The involvement of rural women in social movements has conferred on them the status of political beings and as a result they are not invisible any longer. In the process of active experimentation and learning they founded their own social movement that has become well established since the 1980 decade. Since then, they have organized national meetings, campaigns and created organizations called "Women Collectives." These organizations are connected to either the Federation of Agricultural Workers in Ceará (FETRAECE - CE or to the

  5. As mulheres, os outros e as mulheres dos outros: feminismo, academia e Islão Womens and their others feminism, academy and islam

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cardeira da Silva

    2008-06-01

    Full Text Available O véu, real ou metafórico, das mulheres muçulmanas faz, hoje em dia, parte de um claro e sonante argumentário político a diferentes níveis. Este artigo relembra a necessidade de objectivar o modo como as relações generificadas entre a Antropologia, o Islão e as políticas internacionais e nacionais contribuíram para a produção desse argumentário, concorrendo, assim, para o seu espessamento político. Para "descobrir" as mulheres muçulmanas, a Antropologia tem que se "desvelar" de constrangimentos políticos imediatos.Nowadays, the veil of the Muslim women - either real or metaphoric - make part of clearly and sounding political rhetorics at different levels. It is my intention to remind that gendered relationships between Anthropology, Islam and international and national politics have largely supplied the production of this speech-making, concurring, thus, for its political thickness. This is why these relations must always stay under scrutiny regardless of the scale of our ethnographies, reminding us that the first step to 'unveil' Muslim women is to allow political immunity to anthropological inquiry.

  6. As mulheres ou os silêncios da Procissão do Fogaréu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clovis Carvalho Britto

    2011-01-01

    Full Text Available This paper is the result of preliminary reflections on the transformation of women's participation in festivities of Brazilian popular Catholicism and it had as research object the Procession of “Fogaréu” in the city of Goiás-GO. Its goal is to understand the place occupied by women in the fabric of religious-symbolic economy and the implications of this strangled voice. / O presente texto é fruto de reflexões preliminares sobre as transformações da participação das mulheres nas festividades do catolicismo popular brasileiro tendo como objeto de pesquisa a Procissão do Fogaréu na cidade de Goiás-GO. Seu objetivo é compreender o lugar ocupado pelas mulheres na trama de economia simbólico-religiosa e as implicações dessa voz embargada.

  7. Angustia e mulher // Anguish and woman

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabeth da Rocha Miranda

    2012-06-01

    Full Text Available O artigo visa discutir, a partir dos postulados por Freud e Lacan, a possibilidade de uma angústia específica à mulher. Não há universal feminino e a posição feminina de um sujeito é referida ao modo como ele se relaciona com o gozo, isto é, situando-se do lado do gozo não-todo fálico. A questão seria então melhor formulada: haveria uma angustia específica da não-toda fálica? A angústia nas mulheres pode ser experimentada em aspectos diferentes; a angústia da mulher histérica cuja defesa é a inveja do pênis e a eternização da reivindicação fálica; a angústia da mãe que presentifica a possibilidade da perda do filho enquanto falo. Mas a angústia própria à mulher, ao não-toda fálica, é esta que tem relação direta com o S(A com a falta no Outro, com o gozo experimentado como infinito. // The article tries to discuss, based on Freud and Lacan premises, the possibility of a specific anguish in women. There is neither a female universe nor a female position in an individual more referred to the manner as it is related to the jouissance (sexual pleasure; i.e., being beside no- quite phallic jouissance. The question, then, would be better asked: would there be a no-quite phallic specific anguish? The anguish in women can be experimented in different aspects; the anguish of the hysterical woman whose defense is the envy of the penis and the perpetuation of the phallic claim; the anguish of a mother who thinks about the possibility of losing her child as phallus. But the proper anguish of woman, no-quite phallic, is that which is directly related to S(A the lack in the Other, with the jouissance experimented as infinite.

  8. Intervenções obstétricas durante o trabalho de parto e parto em mulheres brasileiras de risco habitual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Carmo Leal

    2014-08-01

    Full Text Available Este artigo avaliou o uso das boas práticas (alimentação, deambulação, uso de métodos não farmacológicos para alívio da dor e de partograma e de intervenções obstétricas na assistência ao trabalho de parto e parto de mulheres de risco obstétrico habitual. Foram utilizados dados da pesquisa Nascer no Brasil, estudo de base hospitalar realizada em 2011/2012, com entrevistas de 23.894 mulheres. As boas práticas durante o trabalho de parto ocorreram em menos de 50% das mulheres, sendo menos frequentes nas regiões Norte, Nordeste e Centro-oeste. O uso de ocitocina e amniotomia foi de 40%, sendo maior no setor público e nas mulheres com menor escolaridade. A manobra de Kristeller, episiotomia e litotomia foram utilizada, em 37%, 56% e 92% das mulheres, respectivamente. A cesariana foi menos frequente nas usuárias do setor público, não brancas, com menor escolaridade e multíparas. Para melhorar a saúde de mães e crianças e promover a qualidade de vida, o Sistema Único de Saúde (SUS e, sobretudo o setor privado, necessitam mudar o modelo de atenção obstétrica promovendo um cuidado baseado em evidências científicas.

  9. Violência obstétrica no Brasil e o ciberativismo de mulheres mães: relato de duas experiências

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ligia Moreiras Sena

    Full Text Available Um quarto das brasileiras que vivem partos normais referem ter sido vítimas de violência e/ou maus-tratos nas maternidades, a chamada violência obstétrica. Nos últimos anos, ações mediadas pela internet, via redes sociais, e impulsionadas pelo movimento social de mulheres, especialmente mulheres mães, tornaram possível uma maior discussão e participação política na agenda de saúde sobre direitos reprodutivos. Este artigo relata duas iniciativas desenvolvidas em ambiente de conectividade, utilizando as novas mídias como ferramenta: o Teste da Violência Obstétrica e o videodocumentário “Violência obstétrica – a voz das brasileiras”. As ações contribuíram para dar voz ativa às mulheres no combate à violência obstétrica; mostraram que as novas tecnologias de informação constituem importantes ferramentas de promoção da saúde da mulher e atestaram o grande potencial da internet para evidenciar violências antes pouco problematizadas, incentivando a realização de novas pesquisas na área.

  10. Associação entre aptidão funcional e excesso de peso em mulheres idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassiano Ricardo Rech

    2010-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi verificar associação entre a aptidão funcional (AF e o excesso de peso (EP em mulheres idosas. Foram avaliadas 394 mulheres com idade média de 69.4 anos (DP = 3.4 anos. A AF foi mensurada por meio da bateria de testes motores. O EP foi determinado pela mensuração das variáveis de massa corporal e estatura. Posteriormente foi calculado o índice de massa corporal. Os resultados da aptidão funcional foram comparados com os valores normativos da bateria de testes da AAHPERD para mulheres idosas. Para análise dos dados utilizou-se a análise descritiva. A associação entre a AF e o EP de peso foi verificado pelo teste do Qui-quadrado (p < .05. Os resultados apontam para uma prevalência de EP de 46.5%. Observou-se uma associação estatística (p < .05 entre o índice de AF (IAFG e o EP entre as idosas, sendo que 87.8% das idosas com EP apresentaram um IAFG considerado como fraco. Idosas com EP apresentaram 5.07 (IC 95% = 3.12 – 7.14 vezes mais probabilidade de terem baixa AF quando comparadas com idosas eutróficas. Os resultados permitem concluir que a condição morfológica (EP necessita ser considerada na avaliação da AF de mulheres idosas.

  11. Guía de ataques, vulnerabilidades, técnicas y herramientas para aplicaciones Web

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Laura Hernández Saucedo

    2015-02-01

    Full Text Available En la actualidad el riesgo para los sistemas informáticos ha aumentado debido a un crecimiento en la complejidad en las tecnologías de la información. Hoy en día cualquier computadora conectada a internet está expuesta a diversas amenazas. Una consecuencia es el aumento en el número de ataques informáticos. Una manera de prevenirlo es actuar anticipadamente, detectando las vulnerabilidades potenciales que pueden ser aprovechadas por los atacantes. De esta manera se disminuye la probabilidad de éxito de los ataques realizados. Este trabajo revisa algunas de las técnicas y herramientas utilizadas actualmente para la detección de vulnerabilidades, se presenta una matriz de trazabilidad entre ataques, vulnerabilidades, técnicas y herramientas que determinarán cuales vulnerabilidades y ataques pueden ser mitigados con la utilización de dichas técnicas y herramientas.

  12. VULNERABILIDAD Y ÉTICA DE LA INVESTIGACIÓN SOCIAL: PERSPECTIVAS ACTUALES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Florencia Santi

    2015-01-01

    Full Text Available El propósito de este artículo es abordar la problemática de la inclusión de personas y grupos vulnerables en las investigaciones sociales. En los últimos años, se ha incrementado la bibliografía dedicada a analizar el concepto de vulnerabilidad en el contexto de la investigación biomédica. No obstante, en el campo específico de la investigación en ciencias sociales sigue siendo un tema escasamente abordado, tanto en la bibliografía especializada como en las guías éticas, a pesar de que muchas investigaciones sociales involucran a personas y grupos sumamente vulnerables. En este artículo se reconstruirá, en primer lugar, cómo ha sido abordado el concepto de vulnerabilidad en los documentos más destacados de bioética y ética de la investigación. Luego, serán presentadas las perspectivas más significativas sobre la vulnerabilidad en ética de la investigación biomédica y social, y se señalarán los alcances y limitaciones de estas. Por último se presentará un concepto de vulnerabilidad que puede ser más adecuado para el análisis ético de las investigaciones sociales que los conceptos actuales.

  13. A arte de ser Beija-Flor na tripla jornada de trabalho da mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriane Vieira

    2013-06-01

    Full Text Available Com presença expressiva no mercado de trabalho, as mulheres vêm ampliando continuamente sua participação nos mais diversos cargos e funções, no entanto continuam sendo as principais responsáveis pelas atividades do lar e pelo cuidado dos filhos. A situação agrava-se com a crescente demanda por qualificação, exigindo que essas trabalhadoras cumpram, muitas vezes, três jornadas de trabalho: profissional, familiar e educacional. Este estudo teve como objetivo analisar os mecanismos de dominação refletidos nas ações de mulheres que "conciliam" as atividades profissionais, o cuidado com a família e as exigências da educação continuada, utilizando como referência principal o trabalho de Pierre Bourdieu. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, cuja coleta de dados ocorreu através de entrevista, buscando obter as histórias orais temáticas de cinco mulheres. Os relatos foram submetidos à técnica de análise do conteúdo e os resultados revelam que a busca pela qualificação deriva da preocupação com a empregabilidade e que a disputa profissional está ligada não apenas ao gênero, mas também à concorrência com profissionais mais jovens. Apesar de as mulheres fazerem referência ao início de uma revisão da divisão sexual de tarefas do lar, a empregada doméstica ainda se revela fundamental nesse processo de delegação e de conciliação. Para se dedicar aos estudos, elas abdicaram do lazer, não como um sacrifício, mas sim como um ato de nova significação das coisas. Tal qual beija-flor, que conjuga trabalho e reprodução das espécies botânicas, elas esperam conciliar as jornadas com rapidez, mas também com graça e leveza.

  14. Enfrentamento da violência infligida pelo parceiro íntimo por mulheres em área urbana da região Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel de Aquino Silva

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as formas de enfrentamento à violência física adotadas por mulheres agredidas por parceiro íntimo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado na linha de base de estudo de coorte, com gestantes cadastradas no Programa Saúde da Família, entre julho de 2005 e março de 2006, em Recife, PE. Foram selecionadas 283 gestantes de 18 a 49 anos com histórico de violência física pelo parceiro de então ou mais recente antes e/ou durante a gestação. As entrevistas foram realizadas face a face, com questionário estruturado e pré-codificado, e realizou-se análise descritiva. Foi coletada informação sobre características sociodemográficas das mulheres, tipos e gravidade da violência física cometida pelo parceiro, formas de enfrentamento da violência, pessoas e serviços de apoio procurados pelas mulheres, motivos para a mulher ter alguma vez abandonado e retornado a casa em razão da violência. RESULTADOS: Das mulheres que sofreram violência física pelo parceiro íntimo, 57,6% conversaram com alguém, 3,5% procuraram ajuda institucionalizada, 17,3% conversaram e procuraram ajuda institucionalizada e 21,6% não procuraram nenhuma forma de ajuda. As pessoas mais procuradas foram os pais (42,0%, amigo/amiga (31,6% e irmão/irmã (21,2%. Os serviços mais procurados pelas mulheres foram: polícia/delegacia (57,6%, serviços de saúde (27,1% e instituições religiosas (25,4%. Relataram não ter obtido qualquer tipo de ajuda 44,8% das mulheres; 32,1% disseram ter saído de casa alguma vez na vida, pelo menos por uma noite, das quais 5,9% não retornaram a casa. Foram motivos para deixar a casa: a exacerbação da violência e o medo de ser morta; para o retorno: a esperança de mudança do parceiro e o desejo de preservar a família. CONCLUSÕES: Grande parte das mulheres que sofriam violência por parceiro íntimo buscou alguma forma de ajuda. A rede social primária (familiares e amigos foi a mais procurada pelas mulheres

  15. Dor e Gozo: relatos de mulheres jovens sobre automutilações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Juliano Cedaro

    2013-08-01

    Full Text Available Este artigo discute a prática da automutilação, destacando os relatos de mulheres jovens (entre 15 e 21 anos, atendidas em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS. Tais atitudes consistem em provocar, de forma consciente, feridas no próprio corpo, como cortes, arranhões, queimaduras ou perfurações, não havendo nessas ações o desejo manifesto de suicídio, embora seja comum aparecerem ideações nesse sentido nas falas das pacientes. Os relatos acerca de tal comportamento são apresentados por meio de fragmentos de falas, registrados após atendimentos psicológicos, que esboçam a descrição dos sentimentos expostos dentro do setting terapêutico. As questões suscitadas são discutidas a partir das concepções psicanalíticas a respeito do gozo e do masoquismo, com ênfase nas proposições de Freud e Lacan, focalizando a seguinte indagação: qual é a função da dor autoprovocada - e das marcas corporais autoinflingidas - na dinâmica psíquica das pacientes com histórico de automutilações?

  16. Violência entre jovens: dinâmicas sociais e situações de vulnerabilidade Violencia entre jóvenes: dinámicas sociales y situaciones vulnerabilidad Violence among youngsters: social dynamics and situations vulnerability

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Cocco

    2010-03-01

    Full Text Available Esse estudo busca analisar as dinâmicas sociais implicadas na vida de jovens vítimas de violências por meio da (reconstrução das relações cotidianas discutindo situações de vulnerabilidade. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório, utilizando o genograma e ecomapa como instrumentos de coleta de dados. Entrevistou-se 23 jovens vítimas desse evento, no município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Adotou-se análise de conteúdo do tipo temático. Nas interações sociais dos jovens, observou-se fragilização das redes de relações. A maioria desses jovens são oriundos de famílias com precária inserção social e econômica. A formação escolar é reconhecida enquanto garantia de inclusão social, no entanto para alguns os problemas do ensino público e a violência intra e extramuros, colaboram para a descaracterização da escola como espaço protegido e de aprendizagem. Conhecer as dinâmicas sociais implicadas nas situações de vulnerabilidade, auxilia na compreensão desse fenômeno e pode influenciar ações de prevenção e promoção a partir dos serviços de saúde.Este estudio busca analizar dinámicas sociales implicadas en la vida de jóvenes víctimas de violencias por medio de la (reconstrucción de las relaciones cotidianas discutiendo situaciones de vulnerabilidad. Se trata de un estudio descriptivo-exploratorio, utilizando el genogramo y el ecomapa como instrumentos de recolección de datos. Fueron entrevistados 23 jóvenes víctimas de estos eventos, en la municipalidad de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Se adoptó el análisis de contenido del tipo temático. Nas interacciones sociales de los jóvenes, se observó la fragilidad de las redes de relaciones. La mayoría de estos jóvenes son oriundos de familias con precaria inserción social y económica. La formación escolar es reconocida mientras garantía de inclusión social. Sin embargo para algunos, los problemas de la enseñanza pública y

  17. VULNERABILIDAD SOCIAL MUNICIPAL EN EL ESTADO DE ZACATECAS, MÉXICO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Domingo Cervantes Barragán

    2009-01-01

    Full Text Available Bajo el título de «Vulnerabilidad social municipal en el Estado de Zacatecas, México» el presente trabajo se propone contribuir a la conceptualización teórica del fenómeno de la vulnerabilidad social, la propuesta de posibles dispositivos metodológicos para su abordaje y el trabajo con un caso específico que contribuya a validar teorizaciones y metodologías. El trabajo examina algunas de las aproximaciones al enfoque de la vulnerabilidad poniendo el énfasis principal en la cuestión de los activos, y da una mirada especial al tratamiento del problema en América Latina y el Caribe, para de ahí avanzar hacia el planteamiento de la vulnerabilidad social en el Estado de Zacatecas, México; para cuyo estudio en sus diferentes manifestaciones (aquí se tomó el caso de la vivienda, se construyó un modelo formal basado en el análisis multivariante de conglomerados según el método ward's y por la distancia métrica city block. A partir del análisis realizado se concluye que se concluye que la vulnerabilidad por la vivienda es una medida multicausal del riesgo y peligro de sufrir daño que padecen las personas, los hogares y las comunidades, que no tienen posibilidades de activar eficazmente los activos disponibles y en ocasiones se quedan indefensas, ante el comportamiento de las variables asociadas con el tipo de vivienda, el numero de cuartos de la vivienda y el tipo de propiedad sobre la misma; todo ello acelerado por las condiciones, restricciones y exclusiones que se derivan de la nueva economía de mercado.

  18. Mulheres vítimas de estrupo: contexto e enfrentamento dessa realidade Women rape victims: experiences and confrontation of this reality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Sudário

    2005-12-01

    Full Text Available Este artigo, parte da dissertação de mestrado da autora, analisa o contexto do estupro e seu enfrentamento pelas mulheres vitimadas e descreve o comportamento do estuprador com base na percepção da vítima. Cinco mulheres atendidas em um hospital de referência em HIV/AIDS responderam a entrevistas semi-estruturadas submetidas à técnica de análise de conteúdo. Os resultados evidenciaram a vulnerabilidade da mulher, não somente em lugares ermos e vias públicas, mas também no trabalho e residência. Diante da frieza e crueldade do estuprador, que manifesta oscilações comportamentais variáveis, desde ameaças de morte até choro após a violência, a mulher lança mão de estratégias de libertação e sobrevivência. A busca pelo atendimento configura-se em uma verdadeira via-crucis. Entretanto, a despeito dos traumas adquiridos, as mulheres mostraram profunda resiliência.This article, as part of the authors' dissertation for her Masters degree, analyzes the experience of rape and the way victims face the problem. It also describes the behavior of the rapist based on the victims' view. Five women, who were being attended in a HIV/AIDS reference hospital, answered semi-structured interviews that were submitted to the technique of content analysis. The results show the vulnerability of woman, not only in deserted places and public ways but also at work and at home. The victims use strategies of liberation and survival at the moment of rape, in face of the rapist who reveals himself as being cruel and cold, with emotional oscillations that may vary from death threats to crying after the rape. Reaching out for assistance constitutes a real via cruxes for the victims. However, despite the traumas, they have demonstrated a profound capacity of resilience.

  19. Concepções de saúde de mulheres cuidadoras-leigas : estratégias à sua promoção da saúde

    OpenAIRE

    2007-01-01

    A situação das mulheres cuidadoras-leigas, acompanhantes de crianças hospitalizadas, representa nesse estudo, a sua visão em relação à saúde, a qualidade da atenção dispensada a elas pelos profissionais e as políticas públicas de saúde instituídas em um ambiente hospitalar. Trata-se de uma pesquisa qualitativa do tipo descritivo-exploratório e intervencionista desenvolvida em um hospital-escola na cidade de Porto Alegre/RS, que objetivou conhecer as concepções de saúde de mulheres cuidadoras-...

  20. Crédito pecuário a mulheres de Moçambique: dinâmicas sociais de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Henrique Cândido

    2010-11-01

    Full Text Available O objetivo principal deste estudo foi conhecer e compreender os fatores que influenciaram as mulheres rurais do Posto Administrativo de Changalane, ao Sul de Maputo – Moçambique, a optarem pelo crédito pecuário e o significado social do novo papel socioeconômico por elas assumido na Comunidade sob influência da Associação Moçambicana para o Desenvolvimento da Mulher Rural (AMRU. Sustenta-se no gênero como categoria analítica. Trata-se de uma pesquisa qualitativa na perspectiva investigativa exploratória. Centra-se na constituição das mulheres rurais como beneficiárias do crédito pecuário. Essa nova atividade despertou a comunidade para novas formas de produção e relacionamento sociofamiliar, possibilitando o estabelecimento de novas e mais igualitárias relações entre os sexos. Foram identificadas mudanças nas relações sociais e familiares nas unidades produtivas na Comunidade, decorrentes dessa nova modalidade de crédito às mulheres. A estrutura de relações sociais e de gênero foi questionada, favorecida pela estratégia de Educação Cívica e capacitação socioprofissional proposta pela AMRU. Identificou-se a inclusão da mulher, até então “invisível”, como um segmento importante na produção de riquezas, assim como no espaço da cidadania, na direção da justiça social e promoção da igualdade entre os sexos. Discute-se as repercussões dessa atividade na dinâmica das relações matrimoniais que influenciaram a valorização e autoestima das mulheres no plano econômico e social e que culminaram com a aquisição de prestígio social. Mudanças vislumbradas na dinâmica familiar, a partir de elementos materiais e simbólicos, compõem, atualmente, a vida dessas mulheres. Salienta-se, também, a relevância da “nova identidade” proporcionada e geradora de novas práticas sociais na conformação do rural e da Agricultura Familiar dentro dessa Comunidade.

  1. Consumo alimentar e estado nutricional de mulheres em quimioterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Borges Ferreira

    2016-07-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste estudo foi analisar o consumo alimentar e o estado nutricional de mulheres com câncer de mama (CM em quimioterapia (QT. A avaliação dietética quantitativa foi realizada de acordo com as Dietary Reference Intakes (DRI e a avaliação qualitativa pelo Índice de Qualidade da Dieta Revisado (IQD-R. Dentre o total de pacientes (n = 20, 60% (n = 12 apresentaram circunferência da cintura igual ou superior a 88 cm. Foi verificado 75% (n = 15 de indivíduos com excesso de peso. A média da ingestão de cálcio, cobre, ferro, fibra alimentar, magnésio, potássio, vitamina A, niacina, vitamina B6 e zinco encontrava-se abaixo da recomendação de ingestão adequada e o consumo de vitamina C, fósforo, manganês, sódio e tiamina encontrava-se acima. Quanto à análise do IQD-R, 80% (n = 16 das pacientes apresentaram uma “dieta que requer modificações”, enquanto que 20% (n = 4 apresentaram uma “dieta saudável”. Observou-se elevado excesso de peso, desequilíbrio na ingestão de micronutrientes e dieta que necessita melhorias. Dessa forma, a criação e a utilização de um protocolo de intervenção nutricional são de grande relevância para melhorar a dieta de pacientes com CM que realizam QT.

  2. Papilomavírus Humano (HPV e sua associação entre lesões cervical e anal em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Maria Oliveira Brito

    2016-09-01

    Full Text Available Introdução: Entre as doenças virais sexualmente transmissíveis, a infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV configura-se como a mais comum, e sua incidência vem aumentando acentuadamente nos últimos trinta anos. A infecção anal por subtipos específicos do HPV predispõe o indivíduo à neoplasia intraepitelial anal, que pode evoluir para o câncer de forma similar ao colo uterino. Objetivo: avaliar a associação tipo-específica entre infecções anais e cervicais, assim como os aspectos citopatológicos das lesões anais pelo vírus HPV em mulheres de São Luís, Maranhão. Métodos: Estudo analítico transversal com 27 mulheres atendidas no Centro de Pesquisa Clínica da UFMA, entre agosto de 2012 e julho de 2015, mediante entrevista e realização de exames complementares. Resultados: As mulheres tinham, em média, 32 anos. Em relação ao resultado do PCR, 77,7% das pacientes apresentaram resultado positivo para HPV anal, sendo o subtipo 16 o mais frequente (47,6%. Na região cervical, 88,8% apresentaram PCR positivo, sendo o mais comum o subtipo 16 (47,8%. A coinfecção anal e cervical pelo HPV foi observada em 74% das mulheres. 93,3% dos resultados de citologia anal não apresentaram alteração, assim como 72,2% das anuscopias realizadas. Conclusões: A infecção cervical por HPV é um fator sugestivo de risco para o desenvolvimento da infecção na região anal.

  3. Mulheres empreendedoras: o desafio da escolha do empreendedorismo e o exercício do poder Women entrepreneurs: the challenge of choosing entrepreneurship and the exercise of power

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eva G. Jonathan

    2011-01-01

    Full Text Available Este trabalho pretende fazer uma reflexão sobre a relação das mulheres com o poder. Isto é feito embasado em uma síntese de observações realizadas em diferentes estudos sobre o empreendedorismo feminino. Tendo em vista o desafio da escolha do empreendedorismo, analisa-se as motivações das mulheres para empreender, as consequências e as dificuldades enfrentadas, além das estratégias utilizadas para lidar com as demandas vinculadas à multiplicidade dos papéis femininos. O exame das características de liderança, observadas em empreendedoras, revela que elas tendem a construir redes sociais e a exercer o poder com os outros e não sobre os outros. Além disso, no comando de seus empreendimentos sociais, evidencia-se que as mulheres exercem o poder em prol de mulheres, objetivando empoderá-las e promover sua inclusão profissional e social. Com isto, provocam significativas mudanças sociais, econômicas e culturais.This article aims to think about women's relationship to power, based a synthesis of observations made in different studies on women's entrepreneurship. In view of the challenge of choosing entrepreneurship, analyses are performed on women's motivations to become entrepreneurs, on the consequences of this choice, as well as on the difficulties faced by women entrepreneurs and the strategies they use to cope with different demands linked to the multiplicity of gender roles. The examination of leadership characteristics of women entrepreneurs reveals that they tend to build social networks and to use their power with others and not over others. Furthermore, it becomes evident that women social entrepreneurs in charge of their social ventures, while exercising their power on behalf of women, aim to empower them and promote their social and professional inclusion thus causing significant social, economical and cultural changes.

  4. A MULHER NO TRABALHO: A SITUAÇÃO DE FUNCIONÁRIAS DA HOTELARIA DE JOÃO PESSOA-PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora de Souza Costa

    2011-10-01

    Full Text Available As questões referentes à mulher no mercado de trabalho têm sido cada vez mais objeto de estudo, sendo que os enfoques podem ser relacionados à ocupação das mulheres por setores econômicos; aos problemas relacionados à situação da mulher no mercado de trabalho; à qualidade de vida no trabalho; as políticas e práticas de gestão de pessoas; entre outros. Dentro desse panorama, torna-se importante identificar o papel da mulher dentro das empresas hoteleiras. Assim, o objetivo desse estudo é analisar a situação de funcionárias da hotelaria de João Pessoa – PB. A pesquisa foi desenvolvida em duas etapas: na primeira foi realizada uma pesquisa descritiva exploratória onde foi aplicado um questionário com os gerentes dos hotéis e, na segunda, foi aplicado um questionário as funcionárias. O estudo evidenciou que existe uma percepção positiva sobre a maioria das vivências no cotidiano de tais empresas no que concerne aos aspectos que foram abordados. Registra-se ainda que as funcionárias possuem uma imagem positiva da empresa tendo em vista que 94% das funcionárias consideram a empresa como um bom local de trabalho e, em sintonia com isto 80% assinalou que indicaria um amigo para trabalhar na empresa.

  5. El rostro de la violencia social y estructural: la delincuencia y la pobreza como expresiones distintas de una vulnerabilidad comun

    National Research Council Canada - National Science Library

    Castillo Vargas, Andres; Castro Chaves, Xiomara

    2011-01-01

    ... y delincuencia, y procurar su reconocimiento como manifestaciones de un mismo proceso de vulnerabilidad, que aleja cada vez mas al ser humano del ejercicio pleno de sus derechos y oportunidades...

  6. VIOLÊNCIA: A CATEGORIZAÇÃO DE HOMENS E MULHERES CEARENSES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kaline Girão Jamison

    2014-03-01

    Full Text Available A violência pode ser considerada um dos conceitos mais evasivos e difíceis de