WorldWideScience

Sample records for trabalho entre trabalhadores

  1. Os diferentes contratos de trabalho entre trabalhadores qualificados brasileiros.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Carvalho de Azevedo

    2014-06-01

    Full Text Available Ao longo das últimas décadas, as relações de trabalho têm se modificado de forma contínua na direção de contratos mais flexíveis vis-à-vis relações de trabalho mais estáveis e de longo prazo. Essas transformações também têm atingido o mercado de trabalho brasileiro, ainda que este tenha características distintas das economias mais desenvolvidas. No Brasil, as relações de trabalho sempre tiveram um forte componente de flexibilidade, uma vez que o emprego formal e o informal são igualmente importantes na economia do país. Apesar da informalidade presente no cenário brasileiro, trabalhadores qualificados brasileiros mantiveram vínculos de trabalho estáveis, com contratos CLT, ao longo da segunda metade do século passado. Entretanto, esse panorama tem sido modificado nas últimas décadas. Apesar da constatação dessas mudanças no mercado de trabalho, pesquisas que investigam a disseminação de diferentes tipos de contrato de trabalho no mercado brasileiro são escassas. Dados referentes a profissionais qualificados são ainda mais raros. Tendo esse cenário como pano de fundo, esta pesquisa tem como objetivo identificar os diferentes tipos de contrato de trabalho existentes entre trabalhadores qualificados no Brasil. Para isso, discute os resultados de uma pesquisa empírica e apresenta, com base na literatura e nos dados de 47 entrevistas com trabalhadores, 15 tipos de contrato de trabalho que se distinguem do padrão CLT. Os resultados mostram que, dada essa diversidade, as relações flexíveis de trabalho não podem ser tratadas como um processo homogêneo. Os dados também retratam uma realidade preocupante. Podemos dizer que existe um descompasso dentro do contexto brasileiro entre as relações de trabalho atuais e o ambiente no qual elas estão inseridas. A sociedade brasileira e a legislação trabalhista estão estruturadas com base nas relações de trabalho formais. As organizações muitas vezes não sabem

  2. Qualidade de sono, atividade física durante o tempo de lazer e esforço físico no trabalho entre trabalhadores noturnos de uma indústria cerâmica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Cristina Marqueze

    Full Text Available Este estudo teve o objetivo de verificar a relação entre qualidade do sono e atividade física durante o tempo de lazer entre trabalhadores noturnos com um elevado esforço físico no trabalho (média de 14.245; DP 3.456 kcal/semana. Também foi avaliada a relação entre a qualidade do sono e o nível do esforço físico no trabalho. Um total de 19 trabalhadores noturnos de uma indústria cerâmica respondeu o índice da qualidade do sono de Pittsburgh (PSQI e o questionário internacional da atividade física (IPAQ. Foi calculado o dispêndio calórico total por semana para cada trabalhador através do equivalente metabólico (METs. Os trabalhadores foram distribuídos em dois grupos, de acordo com os escores do PSQI. Foi realizada a análise descritiva dos dados por meio de médias, valores mínimo e máximo, proporções e desvios-padrão. A relação entre qualidade do sono e atividade física foi avaliada pelo teste Mann-Whitney. O grupo de qualidade do sono ruim mostrou nível mais elevado de gasto energético no trabalho que o outro grupo, o que sugere uma relação entre gasto energético no trabalho e qualidade de sono. Distúrbios do sono e sonolência diurna também contribuíram para a qualidade de sono ruim. Esses resultados, embora preliminares, revelam uma tendência de que o elevado esforço físico no trabalho noturno contribui para baixa qualidade de sono.

  3. INDUSTRIALIZAÇÃO E TRABALHADORES: NOTAS DE PESQUISA SOBRE TRABALHO OPERÁRIO GLOBALIZADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Paulo Morais

    2013-03-01

    Full Text Available Neste texto refletimos sobre a problemática da globalização na perspectiva de trabalhadores da empresa metalúrgica ThyssenKrupp, em São Paulo e Minas Gerais Thyssenkrupp Metalúrgica Santa Luzia S.A. e Sadia S.A. Uberlândia. Explorando a historicidade da luta de classes por meio da experiência vivida em fábrica. O objetivo maior é o de ressaltar determinadas relações estabelecidas entre trabalhadores e empresa, mostrando mudanças nas relações produtivas, nas formas de sociabilidade entre os trabalhadores, transformações nos modos de vidas, a partir de características atuais do trabalho operário.

  4. O PROFESSOR DAS ESCOLAS DO CAMPO: TRABALHADOR DE MÚLTIPLAS JORNADAS DE TRABALHO

    OpenAIRE

    Odimar J. Peripolli; Alceu Zoia

    2014-01-01

    As crescentes transformações socioeconômicas e o desenvolvimento do modo de produção têm provocado mudanças significativas no mundo do trabalho. As mudanças se fazem sentir também na escola. Neste trabalho nos propomos trazer para a reflexão um pouco da realidade da educação do campo, mais especificamente, as condições de trabalho do professor. Trabalhador dividido entre os muitos afazeres. Na roça: o camponês-professor e, na escola/ sala de aula: o professor-camponês. Em ambas as atividades,...

  5. Processo de trabalho e saúde de trabalhadores de uma unidade de alimentação e nutrição: entre a prescrição e o real do trabalho Work process and workers' health in a food and nutrition unit: prescribed versus actual work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciléia Granhen Tavares Colares

    2007-12-01

    Full Text Available O presente estudo objetivou investigar a relação entre o processo de trabalho em uma unidade de alimentação e nutrição e a saúde dos trabalhadores, dando voz aos atores envolvidos neste processo. A observação direta, a entrevista semi-estruturada e os grupos focais foram utilizados como técnicas de coleta de dados. Tomou-se como referência o diálogo entre a ergonomia da atividade humana e a psicodinâmica do trabalho. Os resultados mostraram que a organização do trabalho na unidade estudada representa uma atividade rotineira, cujas exigências da situação de trabalho se dão com base em critérios prescritos pela instituição. A variabilidade das atividades é influenciada, sobretudo, pelos equipamentos, instrumentos e materiais disponíveis, gerando improvisos na produção de refeições que requerem custo tanto físico quanto psíquico dos trabalhadores. A insatisfação durante a realização das tarefas provém particularmente do estilo de supervisão e do relacionamento com os chefes imediatos. Os próprios trabalhadores propuseram mudanças na organização do trabalho fundamentadas em maior diálogo e confiança entre chefes e subordinados. Por fim, a pesquisa aponta para a necessidade de uma intervenção que estimule a participação dos trabalhadores como agentes de mudança.This study focuses on the relationship between the work process in a food and nutrition unit and workers' health, in the words of the participants themselves. Direct observation, a semi-structured interview, and focus groups were used to collect the data. The reference was the dialogue between human ergonomics and work psychodynamics. The results showed that work organization in the study unit represents a routine activity, the requirements of which in terms of the work situation are based on criteria set by the institution. Variability in the activities is influenced mainly by the available equipment, instruments, and materials, thereby

  6. Interfaces entre modelo produtivo e divisão do trabalho flexível: a visão do trabalhador sobre a terceirização no polo naval de Rio Grande

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eder Dion de Paula Costa

    2016-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é trazer uma reflexão sobre a pesquisa empírica realizada no Polo Naval de Rio Grande acerca do modelo flexível de organização produtiva e seu impacto nos processos de sociabilidade da classe trabalhadora. A perspectiva que se pretende mostrar é a do trabalhador terceirizado dentro da organização da produção e da divisão do trabalho, ambos flexíveis. O presente artigo é produto de reflexões a partir do projeto de dissertação de mestrado da segunda autora sobre a invisibilidade social causada pela terceirização elaborado para o Programa de Pós-graduação em Sociologia da Universidade Federal de Pelotas.

  7. O desgaste do trabalhador de enfermagem: relação trabalho de enfermagem e saúde do trabalhador

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanda Elisa Felli da Silva

    Full Text Available O estudo busca a compreensão do processo saúde-doença, vivenciado pelos trabalhadores de enfermagem no desempenho de seu trabalho, fundamentado na determinação social desse processo. Evidencia as particularidades da relação trabalho-saúde de uma realidade concreta, decompondo e recompondo as intermediações processo de valorização, processo de trabalho, cargas de trabalho e desgaste, o que permitiu explicitar o perfil de morbidade desses trabalhadores. Nesse perfil, os ferimentos pérfuro-cortantes e as doenças ósteo-músculo-articulares aparecem como danos característicos desse grupo de trabalhadores de enfermagem.

  8. O desgaste do trabalhador de enfermagem: relação trabalho de enfermagem e saúde do trabalhador

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanda Elisa Felli da Silva

    1998-12-01

    Full Text Available O estudo busca a compreensão do processo saúde-doença, vivenciado pelos trabalhadores de enfermagem no desempenho de seu trabalho, fundamentado na determinação social desse processo. Evidencia as particularidades da relação trabalho-saúde de uma realidade concreta, decompondo e recompondo as intermediações processo de valorização, processo de trabalho, cargas de trabalho e desgaste, o que permitiu explicitar o perfil de morbidade desses trabalhadores. Nesse perfil, os ferimentos pérfuro-cortantes e as doenças ósteo-músculo-articulares aparecem como danos característicos desse grupo de trabalhadores de enfermagem.

  9. Facilitadores e barreiras de retorno ao trabalho de trabalhadores acometidos por LER/DORT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Henrique Santos Saldanha

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As Lesões por Esforços Repetitivos/Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (LER/DORT causam afastamento do trabalho de uma grande parcela de trabalhadores. OBJETIVO: Entender e sistematizar de que forma os fatores relacionados ao retorno ao trabalho (RT de trabalhadores acometidos por LER/DORT são descritos na literatura como facilitadores ou barreiras. MÉTODOS: Revisão crítica de literatura do período de janeiro de 2005 a outubro de 2010 disponível nas bases Lilacs, MedLine e SciELO. As informações foram sistematizadas em três categorias de fatores que influenciam o RT e como facilitadores ou barreiras - de ordem pessoal, de ordem organizacional e relacionadas às características dos serviços, sistemas e políticas. RESULTADOS: Dos 633 artigos inicialmente levantados, 21 atenderam aos critérios de inclusão. Fatores identificados como mais relevantes: de ordem pessoal - dor, fatores psicossociais, afastamento do trabalho; organizacionais - modificações nos postos de trabalho, demanda psicológica do trabalho, apoio organizacional, apoio de colegas e da chefia; relacionados aos serviços, sistemas e políticas - programa de retorno ao trabalho, tempo de afastamento e serviços de apoio. CONCLUSÃO: O estudo evidenciou que o RT é um processo complexo, que demanda políticas intersetoriais, cooperação técnica e pactuação de metas entre os atores envolvidos no processo.

  10. Risco, trabalho e masculinidade. Um estudo sobre os trabalhadores do setor elétrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julice Salvagni

    2013-12-01

    Full Text Available Este estudo é parte de uma dissertação de mestrado (2011 que abordou aspectos referentes ao risco de trabalho no setor elétrico. Neste artigo, dá-se ênfase a uma análise sobre as noções de subjetivação da masculinidade que perpassam a realidade de trabalho dos eletricitários e que estão diretamente relacionadas ao entendimento de risco de acidentes. Para além do risco de acidentes físicos, compreende-se que os riscos se constituem na esfera do invisível (fatores sócio-psicológicos. Destacam-se elementos de ordem subjetiva que constituem a relação dos trabalhadores com as noções de tempo, para ser possível abordar a concepção do risco. As falas dos trabalhadores são postas em diálogo com autores como Dejours, Giddens e Bourdieu. O texto traz elementos descritivos que possibilitam elucidar as relações entre trabalho e masculinidade no setor elétrico a ser um inimigo indissociável do risco.

  11. Associação de variáveis meteorológicas com os afastamentos do trabalho devido a doenças respiratórias: um estudo entre trabalhadores dos correios de Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Pires Bitencourt

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As doenças do aparelho respiratório (DAR em trabalhadores são, com frequência, atribuídas ao ambiente de trabalho ou ao tipo de atividade. Poucos estudos relacionam as DAR com as condições de tempo. OBJETIVO: Este artigo tem como objetivo identificar a existência desta relação através da comparação da taxa de afastamento do trabalho com as médias mensais de variáveis meteorológicas. MÉTODOS: Para tanto, calculou-se a correlação dos afastamentos com as médias mensais de temperatura e umidade, com os valores mínimos mensais de temperatura e umidade e com a maior queda de temperatura em 24h ocorrida no mês. A série de dados meteorológicos com melhor correlação foi dividida em quartis (25% para identificar os valores típicos de afastamento em situações extremas de temperatura ou umidade. Os afatamentos por DAR foram calculados em trabalhadores dos Correios de Santa Catarina e os dados meteorológicos foram obtidos da reanálise de modelos numéricos. O período analisado compreendeu janeiro de 2001 a dezembro de 2007, totalizando 84 meses. RESULTADOS: Os afastamentos do trabalho devido às DAR obtiveram melhor associação, em ordem de importância, com a temperatura média do mês, a temperatura mínima do mês e o maior declínio de temperatura do mês. Todas essas correlações obtiveram significância estatística de 0,1%. A umidade do ar não demonstrou associação com a taxa de afastamento. CONCLUSÃO: Conclui-se que as maiores taxas de afastamento do trabalho devido às DAR ocorrem nos meses mais frios e secos.

  12. Direito Ambiental do Trabalho e a saúde dos trabalhadores da pesca artesanal: estudo de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ingrid Gil Sales Carvalho

    2013-12-01

    Full Text Available O presente tem objetiva refletir sobre o Direito Ambiental do Trabalho (DAT na perspectiva contributiva da saúde do trabalhador da pesca artesanal. Trata-se de pesquisa bibliográfica/documental em que foram consultados documentos originais, livros, artigos, leis, projetos, regulamentos, pareceres e relatórios, utilizando-se das seguintes palavras-chave: ambiente, meio ambiente, trabalho, saúde, saudável, direito ambiental, direito do trabalho, direito ambiental do trabalho, pesca, pescador, artesão, artesanal. O Direito do Trabalho (DT se constitui de normas específicas vinculadas à promoção da saúde e da segurança para o trabalhador e, assim como o Direito Ambiental (DA, que cuida da normatização, tanto no ambiente natural, quanto do artificial, são dois ramos do Direito Brasileiro que se sobressaem na amplitude e eficácia das normas de proteção à saúde do trabalhador. O meio ambiente de trabalho está centralizado na pessoa do trabalhador e no desenvolvimento de sua atividade laboral. O meio ambiente de trabalho é o local onde as pessoas desempenham suas atividades laborais. No caso do pescador artesanal, este se encontra imerso ao mesmo tempo no seu ambiente natural e artificial. Assim, qualquer contaminação, poluição ou dano ao meio ambiente natural afeta diretamente o pescador artesanal e, por conseguinte, a sua saúde. Evidenciou-se uma escassez na produção científica do Brasil, que aborde diálogos entre a saúde do pescador artesanal e o seu direito a um meio ambiente de trabalho saudável. Acredita-se que o DAT pode contribuir positivamente para a regulamentação da garantia do Direito à Saúde do pescador artesanal no Brasil no seu meio ambiente de trabalho.

  13. Occupational accidents involving biological material among public health workers Accidentes de trabajo con material biológico entre trabajadores de unidades de salud pública Acidentes de trabalho com material biológico entre trabalhadores de unidades de saúde pública

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Bonagamba Chiodi

    2007-08-01

    abordagem quantitativa que teve como objetivo investigar a ocorrência de acidentes de trabalho (AT com exposição a material biológico entre trabalhadores da saúde, atuantes em Unidades de Saúde Pública do Município de Ribeirão Preto, SP. Foram registrados por meio da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT 155 AT no ano 2004, sendo que em 62 acidentes (40% houve exposição do trabalhador a material biológico passível de ocasionar infecções como Hepatite e AIDS. Considerando a proporcionalidade das categorias expostas, foi constatado que a categoria de auxiliares e técnicos de enfermagem foi a mais vitimada, com 42 acidentes (67,7%. As agulhas foram responsáveis por 80,6% das injúrias e o sangue foi o material biológico envolvido na maioria das exposições ocupacionais. O tema merece maior atenção para que medidas preventivas possam ser implementadas, considerando-se as peculiaridades das atividades executadas nas diferentes categorias profissionais.

  14. Qualidade de vida no trabalho e burnout em trabalhadores de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Rodrigues Costa Schmidt

    2013-02-01

    Full Text Available Estudo descritivo, correlacional, de corte transversal, cujos objetivos foram avaliar a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT e a presença da Síndrome de Burnout entre profissionais de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva. Compuseram a amostra 53 trabalhadores de enfermagem de um hospital escola do interior do Paraná, Brasil. Utilizou-se para a coleta de dados: instrumento de caracterização sócio-demográfica e profissional, Escala Visual Analógica para QVT e o Maslach Burnout Inventory (MBI. A coleta de dados ocorreu entre abril e agosto de 2009. Predominaram auxiliares de enfermagem (52,8%, do sexo feminino (66,0%, casados (67,9%, com idade média de 42,4 anos. A média de QVT para o total da amostra foi de 71,1 (D.P.=15,5, demonstrando uma avaliação satisfatória para essa medida. As dimensões Exaustão Emocional, Despersonalização e Realização Profissional obtiveram média de 11,4 (DP=7,7, 4,6 (DP=4,1 e 25,0 (DP=5,9, respectivamente, enquanto a medida de QVT somente obteve associação estatisticamente significante com a dimensão Exaustão Emocional (p=0,000.

  15. Cargas e desgastes de trabalho vivenciados entre trabalhadores de saúde em um hospital de ensino Descripción de cargas de trabajo y el desgaste experimentado entre trabajadores de salud en un hospital universitario Description of workloads and fatigue experienced among health workers in a teaching hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leni de Lima Santana

    2013-03-01

    Full Text Available Estudo exploratório, de caráter descritivo e de abordagem quantitativa, alicerçado nas categorias "processo de trabalho", "cargas de trabalho" e "desgaste" em um hospital de ensino em Curitiba, região sul do Brasil. Neste artigo, são caracterizadas as cargas e os desgastes vivenciados em um hospital universitário, captados pelo estudo prévio intitulado "Sistema de monitoramento da saúde do trabalhador de enfermagem" (SIMOSTE. Os resultados demonstram que o gênero feminino foi o mais acometido (85,9%; os profissionais mais afetados foram os auxiliares de enfermagem (53,1%. O maior número de afastamentos ocorreu por doenças do sistema osteoarticular (25,2% e, dentre as cargas apresentadas, as mais expressivas foram as mecânicas e fisiológicas, com 33,06%, cada. Estes resultados poderão subsidiar estratégias de intervenção nas políticas direcionadas à saúde do trabalhador, para assegurar uma melhor qualidade de vida a este profissional e, por consequência, promover melhorias na qualidade da assistência prestada ao usuário.Estudio exploratorio, descriptivo y cuantitativo, basado en el proceso de trabajo, las cargas de trabajo y el desgaste en un hospital universitario en Curitiba, sur de Brasil. En este artículo se caracteriza la carga y el estrés experimentado en un hospital universitario, planteada por un estudio previo titulado "Sistema de vigilancia de la salud de los trabajadores de enfermería". Los resultados muestran que las mujeres (85,9% y los auxiliares de enfermería eran los profesionales más afectados (53,1%. El mayor número de ausencia del trabajo se debieron a enfermedades del sistema musculoesquelético (25,2% y entre los cargos presentados, los más significativos fueron el mecánico y el fisiológico con el 33,06% cada uno. Estos resultados pueden apoyar las estrategias de intervención en las políticas dirigidas a la salud de los trabajadores, para garantizar una mejor calidad de vida a este trabajo y

  16. Lazer, a vida além do trabalho para uma equipe de futebol entre trabalhadores de hospital El ocio, la vida más allá del trabajo para un equipo de fútbol entre trabajadores de hospital Leisure, life besides work for a soccer team of hospital workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela Andrade Aukar de Camargo

    2003-08-01

    Full Text Available Visando a promoção da saúde mental do trabalhador, e minimizar o estresse e fadiga no cotidiano profissional, investigamos o significado do trabalho, do lazer e suas implicações, para 24 homens, trabalhadores de um hospital-escola paulista, que integram uma equipe de futebol, freqüentadores da associação recreativa desta unidade. Optamos pela Pesquisa Ação, numa abordagem humanista, qualitativa, analisando as falas por categorização, subsidiando a elaboração do projeto educativo. Coletamos dados através de entrevistas e observação participante e a fotografia como instrumento de apoio. Os pesquisados, na maioria casados, com filhos, recebendo, em média, R$ 650,00, trabalham em locais próximos, favorecendo os contatos para os jogos. Para eles, o trabalho, garante a sobrevivência pessoal e familiar, e o lazer, diversão, descanso, integração e valorização da família e dos amigos. Evidenciam a importância do desafio no futebol, meio propulsor de promoção de saúde, resgate da auto-estima, alegria, liberdade, criatividade, espontaneidade, preparando-o melhor para a vida pessoal e profissional.Buscando la promoción de la salud mental del trabajador, en detrimento del estrés y la fatiga en el cotidiano profesional, investigamos el significado del trabajo y ocio para ellos, averiguando sus implicaciones en el cotidiano. En la Investigacion Acción utilizamos el abordaje humanista, cualiquantitativo, analizando datos por categorización. Investigamos 24 hombres, trabajadores de un hospital-escuela de una ciudad del Estado de São Paulo (Brasil, lo cuales frecuentan una asociación recreativa de esa institución y participan de uno equipo de fútbol. Buscamos lo datos por medio de entrevistas y observación participante, utilizando formulario y foto. En el análisis por categorización, los participantes se revelaron en su mayoría casados, con hijos, recibiendo en promedio R$650,00(seiscientos cincuenta reales U$ 220 dolares

  17. O MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM- TERRA E O DIREITO FUNDAMENTAL AO TRABALHO DIGNO: UMA PESQUISA ETNOGRÁFICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matheus Felipe de Castro

    2015-07-01

    Full Text Available O presente artigo tem por tema o direito fundamental ao trabalho digno, com ênfase na sua dimensão de elemento constituinte da psique dos sujeitos inseridos numa sociedade de mercado e consumo, marcada por profundas disparidades sociais internas derivadas, em grande medida, de sua localização periférica e subdesenvolvida na economia-mundo. O referencial teórico da análise parte de uma leitura entre psicanálise marxismo, acerca da centralidade do trabalho na constituição psíquica do sujeito. Estas duas vertentes de pensamento são utilizadas a partir da observação desta temática na vida de trabalhadores rurais pertencentes a uma comunidade de agricultores sem-terra, na sua trajetória em bus- ca de trabalho. É da leitura cruzada entre esses dois autores, que ao fim lançam-se algumas reflexões sobre a trajetória vivida por Pedro e Clara, trabalhadores rurais, dedicados à agricultura fami- liar, que depois de um longo percurso em busca de trabalho, são hoje integrantes de um assentamento do msT, buscando refletir sobre o papel que essa trajetória pode exercer na efetivação do direito fundamental ao trabalho digno e na ampliação dos direitos subjetivos dos agentes envolvidos. O método de pesquisa foi o etnográfico, eis que os pesquisadores vivenciaram diretamente a realidade onde se inserem as personagens aqui descritas e o pro- cedimento de exposição a livre narrativa.

  18. Relação contemporânea entre trabalho, qualificação e reconhecimento: repercussões sobre os trabalhadores técnicos do SUS The contemporary relationship between work, qualification and recognition: repercussions on the Unified Health System (SUS workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filippina Chinelli

    2013-06-01

    Full Text Available Este artigo discute a relação entre trabalho, qualificação e reconhecimento tal como ocorre hoje no âmbito da saúde, considerando mais especificamente a inserção laboral dos trabalhadores técnicos no SUS, a maneira como percebem as relações de trabalho nas quais se inserem e a autoconstrução de suas subjetividades. Com base na revisão da literatura pertinente, o tema é tratado no contexto mais geral das mudanças em curso no mundo do trabalho, as quais estão associadas à intensificação, à flexibilização e à precarização das relações de trabalho, com rebatimentos nos aspectos específicos mencionados. Procura-se estabelecer um diálogo crítico com a vertente analítica que enfatiza o cotidiano de trabalho como instância privilegiada de superação das contradições que hoje caracterizam o campo do trabalho e da educação no SUS. O texto põe ênfase nas seguintes questões: na análise da relação trabalho-educação sob a ótica do conceito de qualificação; na ampliação do significado do trabalho em saúde; e na avaliação crítica de políticas que acabam por responsabilizar os trabalhadores pela qualidade do serviço prestado.This paper discusses the relationship between work, qualification and recognition as it occurs in the field of health today, specifically considering the employability of technical workers in the Unified Health System, the way they perceive the employment relationship with respect to their self-esteem regarding their subjectivities. Based on a review of the relevant literature, the subject is treated in the wider context of ongoing changes in the workplace, which are associated with intensification, flexibility and precariousness of labor relations, with repercussions on the specific aspects mentioned. An attempt is made to establish a critical dialogue with the analytical aspect that emphasizes daily work as a privileged forum for overcoming the contradictions that characterize the

  19. Comparação da percepção de fadiga e de capacidade para o trabalho entre trabalhadores têxteis de empresas que se encontram em diferentes estágios de responsabilidade social empresarial no estado de São Paulo, Brasil Comparison of fatigue and workability among textile workers of companies in different stages of corporate social responsibility in the state of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Jorge Metzner

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Comparar as características demográficas e as percepções da capacidade para o trabalho, fadiga e condições de trabalho entre trabalhadores de indústrias têxteis que estejam em diferentes estágios de responsabilidade social empresarial (RSE. MÉTODOS: Em estudo transversal, 126 trabalhadores de três empresas e cinco fábricas responderam a questionário de caracterização demográfica, condições e estilos de vida, a autoavaliações sobre fadiga, condições de trabalho e capacidade para o trabalho. As empresas foram classificadas em dois grupos de pontuação de indicadores de RSE (o grupo um de menor pontuação e o grupo dois de maior pontuação, com base nas respostas dadas em questionário específico. RESULTADOS: Não foram encontradas diferenças (p > 0,05 nos resultados de capacidade para o trabalho, fadiga e na maior parte dos dados demográficos obtidos entre os trabalhadores dos dois grupos. As melhores condições de trabalho, no grupo de maior pontuação (p = 0,008, deveram-se principalmente ao fornecimento de refeições nas fábricas. CONCLUSÕES: O desenvolvimento e a implementação de projetos de RSE não implicam, necessariamente, em melhores condições de trabalho ou em percepções dos trabalhadores de menor fadiga ou maior capacidade para o trabalho, em relação a empresas que não dispõem desses projetos. Por tratar-se de estudo transversal com população reduzida e como a capacidade para o trabalho pode diminuir com o envelhecimento do trabalhador novos estudos, preferencialmente longitudinais, deverão ser realizados, com populações maiores.OBJECTIVES: To compare demographic data and perception of workability, fatigue and working conditions among groups of workers of textile industries in different stages of Corporate Social Responsibility (CSR. RATIONAL: Cross-sectional study with 126 workers of 5 textile plants and 3 companies, they were asked to fill out a questionnaire to evaluate

  20. Enfermeiros do trabalho: experiência interdisciplinar em saúde do trabalhador

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Inês Thier Roloff

    Full Text Available RESUMO Objetivo: analisar a relação profissional dos enfermeiros do trabalho com os demais integrantes do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT e caracterizar ações conjuntas desses profissionais em saúde do trabalhador. Método: qualitativo, exploratório e descritivo, com 34 profissionais de sete empresas da Macrorregião Sul, Rio Grande do Sul. Realizadas entrevistas e observações para Análise de Conteúdo de Bardin. Resultados: os SESMTs são multiprofissionais e intersetoriais. Os enfermeiros possuem relações de trabalho de natureza interpessoal, técnica/jurídica, de gestão e logística/organizacional, influenciadas pela divisão tanto técnica do trabalho quanto do próprio ambiente de trabalho da equipe, o que distancia áreas, gera conflitos e fragmenta as ações do serviço. Conclusão: há desafios para que o SESMT desenvolva um trabalho condizente com os seus objetivos legais, uma vez que equipe e empresas precisam compreender a importância da interdisciplinaridade para o sucesso das ações na atenção à saúde e segurança do trabalhador.

  1. A desnecessidade do trabalho entre pescadores artesanais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Wellington Norberto Ramalho

    2015-04-01

    Full Text Available As relações socioculturais e econômicas, entre alguns grupos de pescadores artesanais, não colocam como entes antagônicos trabalho e tempo livre. Do contrário, tais relações celebram aproximações entre saber-fazer pesqueiro, lazer e vida, formando e conformando um todo societário. Inseridos nesse quadro, estão os pescadores artesanais do mar-de-fora da praia de Suape, no município do Cabo de Santo Agostinho, litoral sul de Pernambuco, distante 50 km de Recife. Este artigo busca desvelar a mencionada moral do trabalho e do tempo livre no fazer cotidiano de pescadores dessa Praia, com base na pesquisa etnográfica e na história de vida de 13 pescadores. No geral, identificou-se que há uma moral do trabalho que se confunde à moral do tempo livre, pois o cerceamento de uma delas representa limites à outra. Assim, para esses homens, definir o que é um ser liberto ou cativo liga-se ao encontro indissociável, em termos práticos e simbólicos, entre as referidas morais, o que é essencial para classificar o fazer-se pescador artesanal em seu sentido pleno fundamentado na desnecessidade do trabalho.

  2. ASPECTOS DA VIDA COTIDIANA NA VIDA DO TRABALHADOR: O ESTRANHAMENTO DO TRABALHO E DA CIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Luiz Cordeiro Ferreira da Silva

    2017-07-01

    Full Text Available A vida cotidiana do trabalhador da atual sociedade é marcada pela falta de tempo, não lhe sobrando muito tempo para desempenhar outras atividades sem que sejam as profissionais. Parte deste tempo, o trabalhador usa para se deslocar de casa ao trabalho e para volta a casa, evidenciando um modelo precário de transporte público. Além deste excessivo tempo gasto no transporte público, acrescenta-se o fato de como a sociedade moderna coloca o trabalho como atividade central (DAL ROSSO, 2006, desta maneira, a cultura do trabalho como atividade central afasta o ser humano de si, retirando-os o tempo para atividades de lazer, cuidados com suas saúdes, cuidado com a casa, com os filhos e familiares, para estudos e qualificação. Assim sendo, será aqui analisado como esta falta de tempo contribui para alienação e estranhamento deste trabalhador.

  3. Work, precariousness and unionism: workers and work cooperatives Trabalho, precarização e sindicalismo: os trabalhadores e as cooperativas de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacob Carlos Lima

    2007-05-01

    Full Text Available The objective of this article is to discuss the precarious employment conditions at employee ownership and the role of unions face to this new situation. Cooperatives have multiplied all over the country and the assumed self-management in cooperatives is used, in great measure, as a way of lowering costs. After a period of hesitation facing the new reality, and still oriented according to different areas, industrial sectors and political orientation, unions have been classifying cooperatives in true or false. True cooperatives have the support of unions while false cooperatives, which include greater number of workers, are combated or simply ignored. Keywords: Workers cooperatives. Flexible work. Self-management. Unionism. Este artigo tem como objetivo discutir a terceirização industrial e a precarização do trabalho a partir da recuperação de uma forma de organização do trabalho descontextualizada de seus objetivos originais: o trabalho autogestionário em cooperativas de trabalho e os sindicatos frente a essas cooperativas. Muito disseminada pelo país a pretensa autogestão em cooperativas é utilizada, em grande medida, como forma de barateamento de custos empresariais. Após período de hesitação frente a esse quadro, a atuação sindical incide sobre uma classificação que visa separar os empreendimentos autogestionários entre verdadeiros ou falsos. Ainda que com posturas diferenciadas por ramos, setores produtivos e orientações específicas, as centrais sindicais têm apoiado aquelas consideradas cooperativas verdadeiras e combatido as que consideram falsas e que, ironicamente, englobam maior número de trabalhadores, e que terminam sendo ignorados pelo sindicato. Palavras-chave: Cooperativas de trabalho. Trabalho flexível. Trabalho autogestionário. Sindicalismo.

  4. Capacidade para o trabalho entre trabalhadores de um condomínio de empresas de alta tecnologia Capacidad de trabajo entre trabajadores en un condominio de empresas de alta tecnología Work ability among workers from a condominiun of high technology companies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ângela Cristina Puzzi Fernandes

    2006-12-01

    Full Text Available Importantes transformações ocorreram nas duas últimas décadas, no setor industrial como a incorporação de estagiários e terceirizados. Estudo epidemiológico transversal (n=190 trabalhadores que teve por objetivo avaliar a capacidade para o trabalho e traçar o perfil sociodemográfico, estilo de vida e de trabalho, de trabalhadores permanentes, terceirizados e estagiários de um condomínio de empresas de alta tecnologia. Foi utilizado o Índice de Capacidade para o Trabalho e questionário com dados sociodemográficos e estilo de vida. Houve predomínio dos jovens e solteiros (63,2%. Poucos eram tabagistas (13,2%; 62,6% realizavam atividades físicas e 44,2% tinham doença com diagnóstico médico. Este estudo é de grande importância devido a rotatividade dos trabalhadores e a ausência, em geral, de um serviço de saúde do trabalhador.Importantes transformaciones han ocurrido en las dos últimas décadas, en el sector industrial el uso de trainees y de terceros. En un estudio transversal, 190 trabajadores, con el objetivo de evaluar la habilidad para el trabajo y trazar el perfil sociodemográfico, estilos de vida y de la función de trabajadores, terceros y trainees, en un condominio de empresas de alta tecnología. Utilizado el Índice de Habilidad para el Trabajo y un cuestionario con datos demográficos y estilo de vida. Hubo, predominando jóvenes y solteros (63,2%. Pocos eran fumadores (13,2%, 62,6% realizaban actividades físicas, 44,2% tenían enfermedad con diagnóstico médico. El estudio es de gran importancia, teniendo en vista su rotatividad y la ausencia, en general, de un servicio de salud del trabajador.Remarkable transformation occurred in the last two decades on the industrial sector, such as the use of trainees and outsourced labor. In a epidemiological cross-sectional study, 190 workers, aimed at assessing work ability and building up a socio-demographic life styles of workers, outsourced workers and trainees

  5. Contratos flexíveis de trabalho: diferentes perfis de trabalhadores qualificados brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Carvalho de Azevedo

    2015-09-01

    Full Text Available RESUMOO objetivo neste artigo é discutir como profissionais que já passaram por vínculos tradicionais de trabalho se organizam na nova realidade laboral da experimentação de contratos flexíveis, considerados, na pesquisa aqui relatada, como contratos não CLT. Por meio de entrevistas realizadas com 43 trabalhadores bem qualificados, foi construída uma tipologia composta por nove perfis com caracterís ticas próprias, a saber: PJ, Paraquedista, Indiferente, Pragmático, Independente, Autônomo, Empresário, Ressentido e CLT. Mostra -se que a construção dos perfis ajudou a compor uma imagem de como essa realidade de trabalho é vivenciada por trabalhadores qualificados e conclui-se, nesse caso, que o trabalho flexível não é sinônimo de trabalho precário, pois não acarreta, necessariamente, prejuízos do ponto de vista profissional ou pessoal para o indivíduo que opta por realizá-lo.

  6. MOVIMENTOS NACIONAIS DE TRABALHADORES E CONEXÕES TRANSNACIONAIS: a evolução da arquitetura das forças sociais do trabalho no neoliberalismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Peter Evans

    Full Text Available A era neoliberal minou os direitos dos trabalhadores e o poder das forças sociais do trabalho a nível nacional, mas foi caracterizada, também, como uma era do novo “transnacionalismo do movimento dos trabalhadores”. Mudanças conjunturais a nível nacional foram fundamentais para aumentar a abertura às alianças transnacionais. Uma análise das campanhas evidencia isso. Avaliar as conexões entre movimentos nacionais de trabalhadores e a nova infraestrutura organizacional que emergiu no neoliberalismo é um ponto de partida necessário para construir teorias mais apuradas sobre as dinâmicas das contestações das forças sociais do trabalho ao capital global.

  7. O princípio da precaução como nexo comunicacional entre o trabalho com nanotecnologias e o agir precaucional: aportes à construção de uma diretriz fundada na dignidade da pessoa humana do trabalhador

    OpenAIRE

    Machado, Viviane Saraiva

    2012-01-01

    O trabalho aborda a Constitucionalização do Direito do Trabalho como reflexo da Constitucionalização do Direito Privado. O desafio de respeito aos direitos constitucionais à saúde, higiene e segurança do trabalhador surge com a incerteza das nanotecnologias, que aponta para a necessidade de aprofundamento do conhecimento tecnocientífico para obtenção de informações sobre as nanopartículas visando evitar danos ao homem e ao ecossistema. Nessa esteira, revela-se primordial a efetivação do direi...

  8. Prazer e sofrimento entre os trabalhadores de Call Center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Scolari

    2009-12-01

    Full Text Available Os conceitos de Taylor foram fundamentais para o desenvolvimento industrial no século XX. Ainda hoje, seus ensinamentos estão presentes em diversos ramos da economia, inclusive, no setor de call center. Call center é uma estrutura que visa ao atendimento de clientes com a utilização de um terminal de computador e de um aparelho telefônico. Esse setor sofreu grande expansão e, em 2006, foi responsável pela geração de 60 mil empregos diretos, tornando-se uma forma de contato e negócios atrativa para empresas do ramo público e privado. O objetivo deste artigo foi analisar as vivências de prazer e sofrimento no trabalho entre os operadores de call centers. Foi realizada uma pesquisa qualitativa, estratégia de estudo de caso e método de análise dos dados, análise de conteúdo. Como resultados, foram elaboradas algumas categorias finais, entre elas as mediações no trabalho, analisada no presente artigo sob o referencial teórico da psicodinâmica do trabalho.

  9. A divisão do trabalho no setor de saúde e a relação social de tensão entre trabalhadores e gestores Work division in the health sector and the social relationship of tension between workers and managers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlene Laurenti Monterrosa Ayala

    2007-07-01

    Full Text Available Este estudo estrutura-se partir da análise crítica da gestão do trabalho no setor público de saúde no município de Joinville (SC, em relação à situação do trabalho no cotidiano dos trabalhadores de saúde nas unidades básicas do Sistema Único de Saúde (SUS. Nele são identificados alguns princípios de funcionamento dos serviços de saúde empreendidos pela gestão como mecanismos de dominação no trabalho, e que decorrem de sua divisão, a saber: o caráter fragmentar da organização do trabalho no setor de saúde, o domínio do conflito pela gestão, o controle dos trabalhadores pelas metas de produção e a resistência dos trabalhadores de saúde ao trabalho imposto. O estudo utiliza, como forma de evidenciar a existência da divisão do trabalho, as técnicas de pesquisa: entrevista e observação direta do trabalho.This study is based on a critical analysis of work management in the public health sector in Joinville (State of Santa Catarina, with regards to the daily work situation of health care workers in the basic Unified National Health System (SUS units. It identifies a few of the health service's operating principles, as set forth by the management such as work domination mechanisms, and which result from its division, as follows: the fragmentary nature of work organization in the health sector, management's conflict domination, worker control by production goals, and health care worker resistance to imposed workloads. The study uses the following research techniques to show the work division: interviews and direct observation of the work.

  10. A relação trabalho-família: um estudo qualitativo com trabalhadores da economia da partilha

    OpenAIRE

    Loução, Sofia Gonçalves de Jesus

    2017-01-01

    O trabalho na economia de partilha surge como um dos modelos de trabalho contingente que tem vindo a proliferar no contexto da crescente globalização e de múltiplos desenvolvimentos tecnológicos. Todavia, este tipo de trabalho carece de uma análise científica, especialmente para o caso português. Este estudo explora as características deste tipo de trabalho e foca particularmente na relação trabalho-família em trabalhadores da economia da partilha, sendo que desenvolve uma refl...

  11. Riscos de contaminação ocasionados por acidentes de trabalho com material pérfuro-cortante entre trabalhadores de enfermagem Riesgos de contaminación ocasionados por accidentes de trabajo con material corto-punzante en trabajadores de enfermeria Contamination risks caused by occupational accidents with cutting and piercing material among nursing workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Palucci Marziale

    2004-02-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve por objetivo identificar dentre os trabalhadores de enfermagem, de quatro hospitais da região de Ribeirão Preto-SP, aqueles que foram acometidos por acidente de trabalho com material pérfuro-cortante e encaminhados para avaliação a um serviço especializado no tratamento de doenças infecciosas, os que foram contaminados e as condutas adotadas diante do acidente. Trata-se de pesquisa de campo de caráter descritivo. A amostra foi constituída por 30 sujeitos e os dados foram coletados através de consulta ao prontuário médico dos trabalhadores. Os resultados revelaram que nenhum dos trabalhadores foi contaminado pelos vírus HBV, HCV, ou HIV, no entanto, foi observado que apenas 23,33% dos trabalhadores compareceram a todos os retornos agendados para verificação de possível soroconversão. Em relação às condutas tomadas diante do acidente, foi indicado o uso de quimioprofilaxia em 76,67% dos casos, exames sorológicos em 100% dos casos e imunização contra hepatite em 9,99% dos casos. Devido à grande ocorrência de acidentes percutâneos, segundo estimativas oficiais de outros países, concluímos que maior atenção deva ser direcionada para a prevenção desses acidentes, bem como ao rigor do seguimento pós-exposição ocupacional.Esta investigación tuvo como objetivo identificar entre los trabajadores de enfermería de cuatro hospitales de la región de Ribeirão Preto, SP, Brasil, afectados por accidente de trabajo con material corto-punzante y remitidos para evaluación a un servicio especializado en el tratamiento de enfermedades infecciosas, los que fueron contaminados y las conductas adoptadas con relación al accidente. Se trata de una investigación de campo de carácter descriptivo. La muestra estuvo constituida por 30 sujetos y los datos fueron recolectados a través de consulta al informe médico de los trabajadores. Los resultados revelaron que ninguno de los trabajadores fue contaminado por el

  12. Cochilos durante o trabalho noturno em equipes de enfermagem: possíveis benefícios à saúde dos trabalhadores

    OpenAIRE

    Silva-Costa, Aline; Rotenberg, Lúcia; Griep, Rosane Härter; Fischer, Frida Marina

    2015-01-01

    Objetivo: Caracterizar o cochilo durante plantões noturnos em termos da duração, eficiência, alocação e qualidade entre trabalhadores de enfermagem. Estudo transversal realizado em 2009. Trabalhadoras, que atuavam há mais de um ano em plantões noturnos e, que não referiram queixas de sono utilizaram instrumento de registro de atividade-repouso (actímetro) e preencheram protocolo de atividades e questionário (n = 49). Resultados: 87% das participantes cochilaram todas as noites de trabalho, co...

  13. Oferta de trabalho e ciclo econômico: os efeitos trabalhador adicional e desalento no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Gonzaga

    2011-06-01

    Full Text Available O efeito desalento foi introduzido por Long (1953. Segundo esse efeito, em momentos de recessão, quando o salário esperado e a probabilidade de conseguir uma vaga são mais baixos, trabalhadores desempregados optam por deixar de procurar emprego, o que provoca uma queda na taxa de participação na força de trabalho. O efeito trabalhador adicional, por outro lado, atua na direção oposta. A queda na renda real das famílias em períodos de recessão faz com que haja uma entrada de outros membros da família no mercado de trabalho remunerado, com o objetivo de manter o nível de consumo inalterado. O efeito trabalhador adicional tem sido medido pela entrada temporária de mulheres casadas - cujos maridos antes empregados, se tornam desempregados - na força de trabalho. Nesse trabalho, investigamos empiricamente, como os efeitos trabalhador adicional e desalento influenciam a taxa de participação no Brasil, utilizando os dados da PME. A análise empírica consiste em comparar a probabilidade de participação no mercado de trabalho de esposas cujos maridos permaneceram empregados ao longo da amostra com esposas cujos maridos perderam o emprego. O efeito desalento é captado pelo impacto sobre a participação das mudanças nos ciclos econômicos, que estão representados por desvios na média dos rendimentos do trabalho principal em cada período em relação a um determinado valor de referência. Mostramos que ambos os efeitos, apesar de incidirem sobre diferentes grupos de trabalhadores, são importantes determinantes do comportamento da taxa de participação no Brasil.

  14. Trabalhadores de enfermagem: compreendendo condições de vida e trabalho e ritmos biológicos

    OpenAIRE

    Flavio Notarnicola da Silva Borges

    2007-01-01

    Objetivos. Este estudo teve como objetivos avaliar a capacidade para o trabalho, a estrutura temporal do sono, da 6-sulfatoximelatonina e do cortisol em trabalhadores em turnos da área de enfermagem. Métodos. Foram realizados dois estudos. Um estudo transversal para analisar a capacidade para o trabalho e o envelhecimento funcional precoce, através de questionários de condições de vida e trabalho e sintomas de saúde, da qual participaram 696 profissionais da área de enfermagem. E um cronobiol...

  15. Doenças músculo-esqueléticas, trabalho-esqueléticas, trabalho e estilo de vida entre trabalhadores de estilo de uma instituição pública de saúde Enfermedades músculo-esqueléticas, trabajo y estilo de vida entre trabajadores de una institución pública de salud Muskuloskeletal diseases, work and lifestyle among public workers at a health institution

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Silvia Monteiro

    2006-03-01

    Full Text Available Foi desenvolvido um estudo transversal com 651 trabalhadores de diferentes ocupações. Os participantes responderam a um instrumento de coleta de dados gerais, ocupacionais e relativos ao estilo de vida, além do "Índice de Capacidade para o Trabalho", desenvolvido por pesquisadores finlandeses. Na análise dos fatores associados à ocorrência da doença, em estudos relativos às características sociodemográficas, foram identificados ser do gênero feminino, ter mais idade e ter baixa escolaridade. Em relação às características do trabalho, a associação à doença ocorreu naqueles com exigência predominantemente física, na maior duração semanal do segundo emprego, no maior tempo de trabalho na instituição. Quanto ao estilo de vida, estiveram associados à ocorrência de doença a obesidade, a longa duração das atividades domésticas e a não-realização de atividades de lazer.Fue desarrollado un estudio transversal con 651 trabajadores de diferentes ocupaciones. Los participantes respondieron a un instrumento de recolección de datos generales, ocupacionales y relativos al estilo de vida, además del "Índice de Capacidad para el Trabajo", desarrollado por investigadores finlandeses. En el análisis de los factores asociados a la ocurrencia de la enfermedad, en estudios relativos a las características sociodemográficas, fueron identificados como del género femenino, tener más edad y baja escolaridad. En relación a las características del trabajo, la asociación a la enfermedad ocurrió en aquellos con exigencia predominantemente física, con mayor duración semanal en el segundo empleo, con el mayor tiempo de trabajo en la institución. En cuanto al estilo de vida, estuvieron asociados a la ocurrencia de enfermedad, la obesidad, la larga duración de las actividades domésticas y la no-realización de actividades de recreación.This is a cross-sectional study developed with 651 workers of various occupations. They

  16. Associação entre espondiloartrose lombar e trabalho pesado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raimundo Antonio da Silva

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar uma possível associação entre espondiloartrose lombar e trabalho pesado. METODOLOGIA: Estudo epidemiológico transversal realizado no período de outubro/04 a outubro/05, baseado em casos atendidos por um hospital público de São Luís, MA, Brasil. Trabalhadores (1256 encaminhados ao serviço de ortopedia foram submetidos à História Ocupacional, Exame Físico Ortopédico e Radiografia de Coluna Lombar e Lombossacra em AP/P e Oblíqüa. Critérios de inclusão e exclusão selecionaram 456 trabalhadores de ambos os gêneros, na faixa etária de 28 a 48 anos. Estes foram agrupados, conforme sua ocupação, em trabalho pesado e não pesado e submetidos aos critérios diagnósticos de espondiloartrose lombar. RESULTADOS: A associação entre trabalho pesado e espondiloartrose lombar foi realizada através do cálculo da razão de prevalências, cujo resultado mostrou-se elevado, evidenciando uma possível associação. A interferência de outras variáveis como possível viés de confundimento, tais como idade, gênero e peso corporal (IMC, foram controladas na fase de análise de dados através do teste de Mantel-Haenzel. O resultado final mostrou que não houve interferência dessas variáveis. CONCLUSÕES: ESTE estudo indicou uma possível associação entre exposição a trabalho pesado e espondiloartrose lombar.

  17. O agronegócio do camarão: processo de trabalho e riscos à saúde dos trabalhadores no município de Aracati/Ceará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Neuma Almeida Nogueira

    Full Text Available Embora a carcinicultura seja uma atividade considerada positiva, estudos apontam seus impactos negativos referentes ao trabalhador, ao meio ambiente e ao uso descontrolado dos recursos naturais. Este estudo analisou os empreendimentos de carcinicultura do município de Aracati/Ceará, identificou as inter-relações entre os processos produtivos, o ambiente e a saúde dos trabalhadores e analisou suas implicações para o ambiente e a saúde dos trabalhadores. A metodologia seguiu três fases para realização da pesquisa empírica: aproximação com o concreto do trabalho na carcinicultura; estudo dos processos produtivo; e análise discursiva. Os resultados indicam que a indústria de carcinicultura, no município, composta de 16 estabelecimentos, empregou 1.154 trabalhadores, entre 2005 e 2006, cujo perfil evidencia predominância do sexo masculino, na faixa etária de 22 a 30 anos. O processo de trabalho, geralmente, expõe os trabalhadores a longas jornadas, a intenso esforço físico e posturas inadequadas, à radiação infravermelha e ultravioleta, à inalação de metabissulfito de sódio e gases resultantes de sua diluição em água - registrando um caso de morte por edema pulmonar agudo entre os trabalhadores. As alterações ambientais têm levado à redução de espécies nativas do mangue e à salinização das reservas de água do município.

  18. Qualidade de vida no trabalho e burnout em trabalhadores de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva Calidad de vida en el trabajo y burnout entre profesionales de enfermería que actúan en Unidad de Cuidados Intensivos Quality of working life and burnout among nursing staff in Intensive Care Units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Rodrigues Costa Schmidt

    2013-02-01

    Full Text Available Estudo descritivo, correlacional, de corte transversal, cujos objetivos foram avaliar a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT e a presença da Síndrome de Burnout entre profissionais de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva. Compuseram a amostra 53 trabalhadores de enfermagem de um hospital escola do interior do Paraná, Brasil. Utilizou-se para a coleta de dados: instrumento de caracterização sócio-demográfica e profissional, Escala Visual Analógica para QVT e o Maslach Burnout Inventory (MBI. A coleta de dados ocorreu entre abril e agosto de 2009. Predominaram auxiliares de enfermagem (52,8%, do sexo feminino (66,0%, casados (67,9%, com idade média de 42,4 anos. A média de QVT para o total da amostra foi de 71,1 (D.P.=15,5, demonstrando uma avaliação satisfatória para essa medida. As dimensões Exaustão Emocional, Despersonalização e Realização Profissional obtiveram média de 11,4 (DP=7,7, 4,6 (DP=4,1 e 25,0 (DP=5,9, respectivamente, enquanto a medida de QVT somente obteve associação estatisticamente significante com a dimensão Exaustão Emocional (p=0,000.Se trata de un estudio de correlación, descriptivo y transversal cuyo objetivo fue evaluar la calidad de vida en el trabajo (CVT y la incidencia de burnout entre trabajadores de enfermería que actúan en Unidad de Cuidados Intensivos. La muestra fue constituida por 53 profesionales de enfermería de un hospital escuela de la ciudad de Londrina-PR, Brasil. La recolecta de datos fue realizada en el período de abril a agosto de 2009 por medio de tres cuestionarios: datos generales y profesionales, Escala Visual Analógica para CVT y lo Maslach Burnout Inventory (MBI. Predominaran en la muestra auxiliares de enfermería (52,8%, del sexo femenino (66,0%, casadas (67,9%, con edad promedia de 42,4 años. En lo que concierne a la evaluación de la CVT, se obtuve promedia de 71,1 (DE=15,5, demostrando una buena evaluación para esa medida. Las dimensiones del MBI (AE, DP, RP

  19. BEM ESTAR NO TRABALHO: um estudo com trabalhadores de uma rede cooperativista de trabalho médico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Nogueira Coelho

    2017-01-01

    Full Text Available Devido ao tempo de permanência diário dos indivíduos no ambiente de trabalho, torna-se relevante buscar a felicidade, bem-estar e qualidade de vida neste ambiente, marcado por pressões empresariais, cumprimento de metas e exigências do mercado. Sendo assim, esta pesquisa pretendeu identificar a percepção do bem-estar no trabalho na ótica dos profissionais da Unidade Médica Beta, e ainda traçar o perfil sócio-demográfico dos respondentes. Este estudo configura-se como de abordagem quantitativa e caráter descritivo. Utilizando-se de uma survey, executada no local da pesquisa, onde se buscou identificar o estado de bem-estar dos colaboradores da Unidade Médica Beta. O método para a coleta de dados foi através de um questionário composto por 2 blocos: i bem-estar no trabalho e ii perfil sócio demográfico. A população alvo desta pesquisa foram os colaboradores da empresa, dos quais, 65 participaram da pesquisa configurando-se a amostra do estudo. Adotaram-se técnicas estatísticas que foram estabelecidas a partir da formação adequada do instrumento. Utilizaram-se análises estatísticas através do uso do software SPSS versão 20.0, incluindo as seguintes técnicas: Estatística Descritiva e Alpha de Cronbach. Os colaboradores da Unidade Médica Beta se encontram satisfeitos e comprometidos com o seu trabalho, o qual envolve fatores como o grau de felicidade entre os colegas de trabalho e as emoções relativas ao relacionamento com a empresa (SIQUEIRA, 2008. Já, no que diz respeito ao envolvimento do colaborador, observa-se que estes não estão altamente envolvidos, o que tem relação com o grau de identificação com as tarefas executadas.   Because of the time of daily stay of individuals in the workplace, it is crucial to pursue happiness, well-being and quality of life in this environment, marked by business pressures, meeting goals and requirements in general. Thus, this research aimed to identify the perception of

  20. Trabalho, saúde e migração nos canaviais da região de Ribeirão Preto (SP, Brasil: o que percebem e sentem os jovens trabalhadores?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André de Mello Galiano

    Full Text Available A migração de jovens do nordeste brasileiro em busca de emprego na região Sudeste é historicamente recorrente. Este estudo objetivou compreender como jovens trabalhadores foram atraídos para o corte de cana-de-açúcar na região de Ribeirão Preto (SP e conhecer como percebiam suas condições de trabalho e suas repercussões em sua saúde. Na pesquisa, de abordagem qualitativa, foram entrevistados 14 trabalhadores migrantes do Maranhão, de ambos os sexos, com idades entre 18 e 24 anos, entre julho de 2008 e maio de 2009. Os relatos obtidos indicaram que a migração dos jovens trabalhadores em busca de trabalho não foi uma opção, mas a única alternativa frente à realidade na região de origem. Revelaram sentimento de frustração quando perceberam que o trabalho real era bem diferente do imaginado. Os jovens apresentaram desesperança quanto às suas perspectivas de futuro e demonstraram preocupação com as possíveis consequências para sua saúde. Apesar de explicitar desapontamento com a realidade, manifestaram intenção de retorno para as lavouras da cana em outras safras, mostrando conformismo com sua realidade social. O estudo possibilitou aprofundar conhecimentos acerca da exploração da força de trabalho empregada na cultura da cana-de-açúcar na maior região produtora do país, mostrando que os trabalhadores percebem como precárias e desgastantes as condições a que são submetidos.

  1. Determinismo X autonomia: a saúde dos trabalhadores como um campo de luta entre classes sociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almeida, Rosângela da Silva

    2004-01-01

    Full Text Available O artigo faz uma reflexão sobre as estratégias dos trabalhadores ante as condições precarizadas de trabalho, no tempo presente, na lógica que tenciona o determinismo do modo capitalista de produção no processo de trabalho, e a autonomia dos trabalhadores para intervir no mesmo. Desse modo, busca evidenciar as condições em que se constroem tais estratégias, na busca da garantia de direitos e de novos caminhos de transformação da realidade no trabalho

  2. Acidentes de trabalho ocorridos entre adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Alcântara Pimenta

    2013-01-01

    Full Text Available Este estudio tuvo como objetivo identificar los accidentes de trabajo producidos entre los adolescentes en una fundación de educación para el trabajo. Estudio descriptivo, cuantitativo que investigó 117 adolescentes trabajadores a través de un cuestionario multidimensional. De los encuestados, el 72,6% eran mujeres, el 80,3% tenían 15 años, el 60% eran pardos y el 62,4% no trabajaba anteriormente. Las actividades más populares realizadas fueron las siguientes: Recepcionista (46,2% y auxiliar administrativo (37,6%. Sufrieron accidentes en el trabajo o antes de llegar a este el 11% de los encuestados, de los cuales 76,9% eran típicos y se produjeron en la tarde (61,5%. Las piernas y los pies fueron los miembros mas heridos (46,2%, seguido por abrasiones y lesiones graves (30,8%. El trabajo de niños y adolescentes pueden presentar agravios, que se clasifican como accidentes. El enfrentamiento de este problema no puede ser pensado sólo en términos de vigilancia de los lugares de trabajo y de las políticas dirigidas a la salud del trabajador; hay una necesidad de una mayor transformación en la estructura de la sociedad, de modo que el trabajo perjudique la salud.

  3. Reinserção do trabalhador alcoolista: percepção, limites e possibilidades de intervenção do enfermeiro do trabalho

    OpenAIRE

    Donato, Marilurde; Zeitoune, Regina Célia Gollner

    2006-01-01

    O estudo de cunho descritivo com abordagem qualitativa teve como objetivos identificar o conhecimento do enfermeiro do trabalho sobre o alcoolismo e o trabalhador alcoolista; descrever e analisar a sua percepção acerca da reinserção deste trabalhador no contexto laboral; e discutir as suas possibilidades e limitações de intervenções em relação a este trabalhador'. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas com roteiro semi-estruturado, realizadas nas empresas onde trabalhavam os 27 sujeit...

  4. Negociações sociais para melhoria das condições de trabalho no setor de teleatendimento: o descompasso entre a posição das empresas e a realidade do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Airton Marinho Silva

    2005-12-01

    Full Text Available Estudou-se a interação entre empresas de teleatendimento ("telemarketing", órgãos públicos interessados em saúde dos trabalhadores, assessorados por pesquisadores universitários, e entidade sindical de telefonistas, apresentando o descompasso entre as medidas tomadas pelas empresas para enfrentar os problemas de saúde dos trabalhadores e a realidade do trabalho. Partindo das manifestações desses atores em inquérito do Ministério Público do Trabalho e de estudos bibliográficos sobre o adoecimento de teleatendentes, analisam-se as posições das empresas em relação aos riscos gerados pelo trabalho em teleatendimento. Conclui-se, baseando-se nas manifestações empresariais, que existe uma posição de negação dos fatores de risco para adoecimento ocupacional dos teleatendentes e, ao mesmo tempo, de enfrentamento das exigências do setor público de proteção ao trabalho, evidenciando insuficiência das ações dos trabalhadores e limites do poder público nesse campo.

  5. Relação entre saúde mental e trabalho: a concepção de sindicalistas e possíveis formas de enfrentamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Pereira da Silva

    Full Text Available Resumo Objetivo: apresentar as concepções de sindicalistas a respeito da relação entre trabalho e adoecimento mental, bem como algumas de suas ações, que possam indicar rumos para abordagens do movimento sindical que favoreçam o enfrentamento do adoecimento mental relacionado ao trabalho. Método: foram realizadas entrevistas reflexivas em profundidade com cinco representantes sindicais de diferentes categorias profissionais, do estado de São Paulo, que possuem um histórico de comprometimento com a saúde dos trabalhadores. Resultados: a concepção predominante entre os sindicalistas entrevistados é de que as causas dos adoecimentos do trabalhador são de caráter multifatorial. Assim, esses líderes sindicais reconhecem a organização do trabalho, os processos produtivos, as relações trabalhistas e as condições físicas do ambiente de trabalho como alguns dos fatores que podem gerar sofrimentos ou adoecimentos psíquicos nos trabalhadores. Discussão: os participantes indicam, como possíveis estratégias de enfrentamento do adoecimento mental provocado pelo trabalho, a união dos trabalhadores e dos sindicatos, o restabelecimento de laços de solidariedade, maior investimento do Estado e conscientização de toda a sociedade a respeito da relação entre a saúde mental e o trabalho.

  6. Tabagismo entre trabalhadores de empresa bancária Cigarette smoking among workers of a Bank

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosane H. Griep

    1998-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a prevalência de tabagismo e sua associação com outros fatores de risco para doenças crônicas entre funcionários dos centros de processamentos de serviços e comunicações de uma empresa bancária. MÉTODO: Estudo seccional de amostra aleatória simples de 647 funcionários, através de questionário auto-respondido no ambiente de trabalho. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo foi de 29,5% (Intervalo de Confiança (IC 95%: 27,5% a 31,5%, sendo 31,1% (IC 95%: 26,2% a 35,8% entre homens e 27,8% (IC 95%: 22,6% a 32,9% entre mulheres. O início do hábito ocorreu, em média, aos 17,6 anos entre os homens e 19,4 anos entre as mulheres. Observou-se alta prevalência de grandes fumantes entre homens e mulheres (53% e 42% respectivamente fumavam mais de 20 cigarros por dia. A freqüência de tabagismo foi maior nos mais velhos, nos divorciados separados e viúvos, nos hipertensos, naqueles que consumiam mais bebidas alcoólicas, e nos que não praticavam exercícios físicos. Comparados aos não-fumantes, os ex-fumantes eram mais velhos, consumiam mais bebidas alcoólicas e apresentavam maior freqüência de sobrepeso. CONCLUSÃO: A freqüência de tabagismo e de outros fatores de risco para as doenças crônicas, nesta categoria de trabalhadores, aponta para a necessidade de repensar estratégias das ações de saúde atualmente desenvolvidas. Oportunidades de intervenções preventivas mais eficazes e de menor custo podem estar sendo perdidas.OBJECTIVE: To describe the prevalence of cigarette smoking and its association with other risk factors for chronic diseases among active workers of communication and data processing centers of a Bank. METHODS: Cross-sectional study in a simple random sample of 647 active workers of the bank. The data were collected in the work environment, through self-administered questionnaires. RESULTS: The prevalence of cigarette smoking was 29.5% (95% Confidence Interval (CI: 27.5%-31.5%, 31

  7. Acidentes de trabalho com trabalhadores de enfermagem Accidentes de trabajo con trabajadores de enfermería Work accidents involving nursing workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emílio José Gonçalves Ribeiro

    2007-10-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi o de identificar e analisar acidentes e as cargas de trabalho a que estão expostos os trabalhadores de enfermagem no desenvolvimento de suas atividades. Trata-se de um estudo de caso, do tipo descritivo e exploratório, desenvolvido em um hospital de ensino do Distrito Federal. Foi realizado levantamento dos acidentes de trabalho registrados no SESMT e CCIH no período de janeiro de 1998 a dezembro de 2002 e identificadas essas cargas de trabalho. Constatou-se que os trabalhadores sofreram 76 acidentes de trabalho, dentre quais, 83,95% foram causados por materiais perfurocortantes, 8,64% por quedas, 6,17% por exposições a fluidos biológicos e 1,24% por contusões. A diversidade e simultaneidade de cargas de trabalho contribuíram para a ocorrência desses acidentes.El objetivo de este estudio fue identificar y analizar los accidentes de trabajo, bien com las cargas de trabajo e las que están expuestos los trabajadores de enfermería cuando desarrollan su processo de trabajo com enfermeros. Se trata de um estúdio de caso, de tipo descriptivo y explorativo realizado en un hospital de educación del Distrito Federal. El trabajo fue realizado estudiando los accidentes de trabajo registrados em SESMT y CCIH em el período de jenero de 1998 a diciembre de 2002 e identificando las cargas de trabajo. Se contaron 76 accidentes laborales entre los trabajadores. Las causas fueron: materiales perforadores-cortantes 83,95%, caídas 8,64%, exposiciones a fluidos biológicos, 6,17% e contusiones 1,24%. La diversidad y simultaneidad de las cargas contribuyen a la ocurrencia de accidentes de trabajo.The objective of this study was to identify and analyze work accidents as well the activities in which the nursing workers are exposed to. This is a study case, descriptive and exploratory, developed in a University Hospital in the Brazilian Federal District. It was done a survey on work accidents registered in SESMT and CCIH, from

  8. VIOLÊNCIA SIMBÓLICA NO TRABALHO: CONSIDERAÇÕES EXPLORATÓRIAS SOBRE A NOVA ONTOLOGIA DO TRABALHADOR NA PÓS-MODERNIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Myuki Hashizume

    2014-12-01

    Full Text Available Apesar de já termos superado modelos de trabalho que desconsideravam a inteligência do funcionário, encarando-o como máquina, como os modelos Taylorista e Fordista, e termos ingressado numa nova ordem de relações organizacionais mais horizontalizadas que valorizam a participação e a criatividade do funcionário (Toyotismo, ainda é notável a exploração desigual da empresa em relação ao funcionário em nome da ética do capital. O mundo pós moderno rompe com paradigmas e parâmetros estáveis da organização do mundo moderno, inserindo valores como o risco, a flexibilidade, a ilegibilidade, deixando o trabalhador à deriva da possibilidade de planejar sua carreira profissional a médio ou longo prazo. Com isso, deparamo-nos com um trabalhador que tem a sua rotina e valores (caráter desvirtuados por uma lógica que prioriza a subserviência às mudanças instantâneas do mercado. Sennet (2000 propõe um entendimento de que o caráter do trabalhador pós moderno está corroído, tamanha é a instabilidade e a dificuldade de se manter os laços e compromissos entre trabalhadores e destes com a chefia. Frente a esse cenário, surge um novo paradigma, que elegemos como nosso tema no presente artigo, que instiga os trabalhadores e grandes empresários a cultuar a sua auto performance (EHRENBERG, 2010. A figura do workaholic, outrora vista como uma patologia, hoje é considerada o ideal de dedicação no trabalho. O mundo do trabalho pós-moderno assimila o discurso do competidor esportista: por se tratar de um jogo, ainda que as metas não tenham sido alcançadas naquela ocasião, há novas oportunidades de se recuperá-la, em outras partidas. Dessa forma, controla-se o sujeito de forma onipresente, como já havia teorizado Delleuze (1992, em sua sociedade do controle. No presente trabalho iremos focar a violência simbólica cometida pelas corporações em relação a seus funcionários. Nosso objetivo é demonstrar teoricamente que

  9. Os sentimentos vivenciados após exposição ocupacional entre trabalhadores de saúde: fulcro para repensar o trabalho em instituições de saúde Los sentimientos experimentados después de la exposición ocupacional de los trabajadores de salud: enfoque para trabajar en instituciones de salud The feelings experienced after occupational exposure among health care workers: fulcrum approach to work in health institutions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Maria Mansano Sarquis

    2009-10-01

    Full Text Available Este estudo objetivou captar os sentimentos psicossociais e percepções dos trabalhadores após acidente com fluido biológico identificando as dificuldades para realizar o acompanhamento. Pesquisa de abordagem qualitativa cuja amostra foi intencional, compreendeu 15 trabalhadores de saúde. O medo foi o primeiro sentimento expresso. O medo que o trabalhador sofre no desempenho de suas atribuições, potencia o desenvolvimento de situações estressantes geradas no ambiente de trabalho e desencadeiam sofrimento psíquico. Os sentimentos de raiva e revolta aparecem nos discursos diante da indignação do trabalhador. Outro sentimento manifestado pelos sujeitos é a culpa pelo desencadeamento do acidente. Essa constatação permite recomendar propostas de reestruturação organizacional, bem como no comportamento dos trabalhadores envolvidos na dinâmica do trabalho.Esto estudio objetivó capturar los sentimientos psicológicos y las percepciones que los trabajadores de salud enfrentan después de accidentes con materiales biológicos, identificando las dificultades para la realización del seguimiento. Una investigación cualitativa con amuestra intencional de 15 trabajadores fue realizada. El miedo fue lo primer sentimiento expresado. El miedo está relacionado a sus atribuciones y potencializa el desarrollo de situaciones de estrés en el ambiente de trabajo y desencadena el sufrimiento psicológico. El sentimiento de ira y revuelta aparece en los discursos antes de la indignación de los trabajadores. Otro sentimiento es la culpa por el desencadenamiento del accidente. Estos resultados permiten recomendar la propuesta de restructuración organizacional así como para el comportamiento de los trabajadores en la dinámica del trabajo.This study aimed at capturing the psychosocial feelings and perceptions health workers face after accidents with biological material, identifying the difficulties to accomplish the follow-up. This qualitative

  10. A produção das desigualdades: análise da relação entre trabalho infantil e indicadores sociais

    OpenAIRE

    Silveira, Natércia Janine Dantas da

    2014-01-01

    A Organização Internacional do Trabalho (OIT) estima que haja cerca de 118 milhões de crianças em todo o mundo submetidas ao trabalho infantil. No Brasil, há 3,5 milhões de trabalhadores entre 5 e 17 anos. Esse exercício de exploração constitui um grave problema da sociedade, inclusive de Saúde Pública, já que esses trabalhadores estão expostos a uma gama de riscos, quais sejam à saúde, à integridade física e até à vida, podendo torná-los adultos doentes e/ou interrompendo precocemente suas v...

  11. A saúde do trabalhador como direito humano fundamental ao meio ambiente artificial do trabalho equilibrado: o estrabismo do adicional de insalubridade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Guilherme Tomaz

    2015-06-01

    Full Text Available Remontando os primórdios das relações trabalhistas, vemos que a gênese do meio ambiente do trabalho demonstrou-se extremamente desequilibrado, o que futuramente fez-se surgir alguns adicionais acrescidos ao salário base do trabalhador em virtude deste meio. A saúde do trabalhador esta intrinsecamente ligado ao meio ambiente laborativo ao qual desempenha suas atividades profissionais. Esse ambiente artificial do trabalho é protegido constitucionalmente e deve, a princípio, ser equilibrado, proporcionando condições hábeis para que esse ambiente seja sadio. O estrabismo apresenta-se justamente pela forma distorcida que o empregado imagina estar tutelado juridicamente ao receber adicionais de insalubridade e/ou periculosidade alimentando a falsa sensação de proteção. Através do estudo de alguns institutos jurídicos de direito constitucional, direito do trabalho e direitos coletivos, delineia-se os valores sociais do trabalho e os direitos coletivos frente ao meio ambiente do trabalho desequilibrado, verificando a ineficácia das garantias constitucionais e a flagrante violação dos direitos humanos fundamentais assegurados aos trabalhadores.

  12. As interações entre os atores no retorno ao trabalho após afastamento por transtorno mental: uma metaetnografia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robson da Fonseca Neves

    2015-11-01

    Full Text Available Resumo Transtornos mentais repercutem no mundo do trabalho. Estudos sobre interações entre os atores envolvidos no retorno ao trabalho são raros. A metaetnografia presta-se a sintetizar estudos qualitativos através da interpretação e comparação contínua dos conceitos presentes nos artigos. Este estudo propõe uma metaetnografia sobre as interações entre os atores sociais envolvidos no processo de retorno ao trabalho após afastamento por transtornos mentais. Visa: (1 explorar as interações entre os atores sociais envolvidos no retorno ao trabalho; (2 identificar facilitadores ou obstáculos para o retorno ao trabalho. A busca nas bases de dados produziu 619 artigos dos quais 16 atenderam aos critérios de inclusão. A análise dos artigos revelou seis conceitos de segunda ordem que resultaram em duas sínteses. A primeira diz respeito ao ethos do desempenho no retorno ao trabalho e a segunda aponta para o retorno ao trabalho como catalizador de novos modos de vida. Modelos que privilegiam o ethos do desempenho do trabalhador, bem como uma perspectiva orientada por aspectos psicossociais podem facilitar as praticas de retorno ao trabalho após afastamento por transtornos mentais.

  13. PRÁTICAS EDUCATIVAS DOS TRABALHADORES DE ENFERMAGEM DE UM HOSPITAL DO VALE DO RIO PARDO: CLASSE, CULTURA E FORMAÇÃO NAS RELAÇÕES ENTRE OBJETIVIDADE E SUBJETIVIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Mesquita Corrêa

    2014-11-01

    Full Text Available O artigo reflete resultados parciais da pesquisa Práticas Educativas dos Trabalhadores de Enfermagem de um Hospital do Vale do Rio Pardo: Classe, Cultura e Formação nas Relações entre Objetividade e Subjetividade, que integra as atividades do grupo de pesquisa Trabalho e Tempo Livre: Educação, Trabalho e Humanização do Mestrado em Educação da Unisc. O objetivo principal é descrever e analisar a produção de saberes que ocorre nas relações de produção e especificamente nas relações informais da prática social dos trabalhadores de enfermagem de uma unidade hospitalar. Sua relevância está associada ao significado de uma melhor compreensão das relações entre os saberes contidos nos protocolos institucionais e os que estão presentes na atividade realizada pelos trabalhadores. Buscamos apoio teórico no materialismo histórico e dialético, na psicologia do trabalho e na ergologia. A metodologia utilizada são questionários, entrevistas do tipo semiestruturada, histórias de vida e grupos de discussão.

  14. Atuação do Ministério Público do Trabalho relacionada à saúde do trabalhador e meio ambiente de trabalho na Justiça do Trabalho (2000-2014

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Da Cunha Diniz

    2016-03-01

    Full Text Available O estudo analisa as sentenças proferidas nas Ações Civis Públicas propostas pelo Ministério Público do Trabalho nas Varas Trabalhistas da 10ª Região (Distrito Federal e Tocantins, relacionadas à saúde do trabalhador e meio ambiente de trabalho, no período de 2000 a 2014, verificando suas características e a repercussão da Emenda Constitucional nº 45, de 2004. Trata-se de pesquisa quantitativa e qualitativa, por meio de banco de dados secundário, do sítio do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região. Das 633 sentenças proferidas, 70 tratam de saúde do trabalhador e ambiente de trabalho, notando-se intensificação da atuação do Ministério Público do Trabalho após a Reforma do Judiciário. Quanto à atividade econômica da empresa demandada, predominou a construção civil e atividades relacionadas a ela; quanto ao objeto, houve predomínio de inobservância dos limites legais para duração da jornada de trabalho. Quando à norma jurídica, foram invocadas com maior frequência os artigos da Constituição e a norma relacionada com equipamento de proteção individual. Verificou-se elevada frequência de deferimento da antecipação dos efeitos da tutela e julgamento com procedência da ação. Apesar dessa atuação, os índices de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais têm progredido tanto em nível regional quanto nacional, exigindo coalizão do poder público em prol dessa questão de saúde pública.

  15. Fatores associados à imunização contra Hepatite B entre trabalhadores da Estratégia Saúde da Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Maria Eleutério de Barros Lima Martins

    2015-02-01

    Full Text Available Estudo transversal conduzido entre trabalhadores da Estratégia Saúde da Família de Montes Claros. Objetivo: investigar o relato de vacinação contra Hepatite B, a verificação da imunização e os fatores associados às dosagens de anti-HBs. Método: coletaram-se amostras de sangue daqueles que relataram ter recebido uma ou mais doses da vacina. Avaliou-se a associação da dosagem de anti-HBs com condições sociodemográficas, ocupacionais e comportamentais. As associações foram verificadas pelos testes Mann Whitney e Kruskal Wallis e correlação de Spermann seguida pela regressão linear, utilizou-se o SPSS® 17.0. Resultados: dentre os 761 entrevistados, 504 (66,1% foram vacinados, 52,5% tomaram três doses, 30,4% verificaram a imunização. Dos 397 avaliados quanto à dosagem de anti-HBs, 16,4% estavam imunes. Conclusão: constatou-se que o maior tempo de trabalho foi associado a níveis mais elevados de anti-HBs, enquanto os níveis de tabagismo foram inversamente associados ao anti-HBs. Há necessidade de campanhas de vacinação entre esses trabalhadores.

  16. A partilha do trabalho e a demanda dinâmica por trabalhadores e horas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Pereira

    2001-03-01

    Full Text Available Este artigo investiga se uma redução na jornada de trabalho padrão tem um impacto positivo sobre o nível de emprego, um efeito conhecido na literatura como partilha do trabalho (work-sharing. A inovação do artigo consiste na inclusão de custos de ajustamento do emprego no modelo teórico, o que introduz interessantes aspectos dinâmicos que permitem estudar as trajetórias ótimas do emprego e das horas médias no curto e longo prazos. A principal conclusão é que a partilha do trabalho não ocorre, mesmo considerando os custos de ajustamento do emprego.This paper investigates whether a reduction in standard hours has a positive impact on the employment level, an effect known in the literature as work-sharing. The innovation here is to include employment adjustment costs in the theoretical model. This feature introduces interesting dynamic aspects, which make it possible to study optimal paths of employment and average hours both in the short and the long run. The main result is that work-sharing does not occur even in the presence of employment adjustment costs.

  17. Prevenção de agravos à saúde do trabalhador: replanejando o trabalho através das negociações cotidianas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sato Leny

    2002-01-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo apresentar algumas reflexões sobre a prevenção de agravos à saúde do trabalhador através do replanejamento do trabalho. Compreendendo o replanejamento como processo de negociação de escolhas organizacionais, apresenta as características das negociações cotidianas processadas no chão de fábrica e relata, a título de exemplo, um caso de negociação cotidiana que toma por objeto a organização do processo de trabalho da produção fabril de uma indústria de alimentos. Por fim, discute os alcances e os limites de tais negociações à luz da prevenção de agravos à saúde do trabalhador.

  18. Sono, trabalho e estudo: duração do sono em estudantes trabalhadores e não trabalhadores Sleep, work, and study: sleep duration in working and non-working students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Érico Felden Pereira

    2011-05-01

    Full Text Available Este estudo objetivou investigar a duração do sono e fatores associados em escolares trabalhadores e não trabalhadores. Foram coletadas informações sobre o padrão do ciclo vigília/sono de 863 adolescentes de 10 a 19 anos em escolas de São Paulo, Brasil. Análises ajustadas foram aplicadas para comparação da duração do sono entre trabalhadores e não trabalhadores. O porcentual de adolescentes trabalhadores foi de 18,4% e 52% dos jovens que trabalhavam apresentaram oito ou menos horas de sono. A prevalência de baixa duração do sono foi maior nos trabalhadores dos sexos masculino (p = 0,017 e feminino (p The aim of this study was to investigate the duration of sleep and associated factors in working and non-working students. Data were analyzed on the sleep-wake cycle in 863 teenage students in São Paulo, Brazil. Adjusted analyses were performed to compare sleep duration in working and non-working students. 18.4% of the group worked, and 52% of the working students slept eight hours or less per night. Prevalence of short sleep duration was higher in working students of both sexes (males, p = 0.017; females, p < 0.001. Working students showed short sleep duration in the analysis adjusted for socioeconomic status, but short sleep was more frequent in older adolescents (p = 0.004 and in lower (p = 0.001 and middle (p = 0.011 socioeconomic classes. Although more working students were in night school, in the model adjusted for gender and socioeconomic status, working students in afternoon courses showed higher prevalence of short sleep duration (PR = 2.53; 95%CI: 1.68-4.12.

  19. Fatores psicossociais e prevalência da síndrome de burnout entre trabalhadores de enfermagem intensivistas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Luiz Lima da Silva

    2015-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Descrever a prevalência da síndrome de burnout entre trabalhadores de enfermagem de unidades de terapia intensiva, fazendo associação a aspectos psicossociais. Métodos: Estudo descritivo seccional realizado com 130 profissionais, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, que desempenhavam suas atividades em unidades de terapia intensiva e coronariana de dois hospitais de grande porte na cidade do Rio de Janeiro (RJ. Os dados foram coletados em 2011, por meio de questionário auto aplicado. Foi utilizado o Maslach Burnout Inventory, para a aferição das dimensões de burnout, e o Self Report Questionnaire, para avaliação de transtornos mentais comuns. Resultados: A prevalência de síndrome de burnout foi de 55,3% (n = 72. Quanto aos quadrantes do modelo demanda- controle, a baixa exigência apresentou 64,5% de casos prevalentes suspeitos e a alta exigência, 72,5% de casos (p = 0,006. Foi constatada a prevalência de 27,7% de casos suspeitos para transtornos mentais comuns; destes, 80,6% estavam associados à síndrome de burnout (< 0,0001. Após análise multivariada com modelo ajustado para sexo, idade, escolaridade, carga horária semanal, renda e pensamento no trabalho durante as folgas, foi constatado caráter protetor para síndrome de burnout nas dimensões intermediárias de estresse: trabalho ativo (OR = 0,26; IC95% = 0,09 - 0,69 e trabalho passivo (OR = 0,22; IC95% = 0,07 - 0,63. Conclusão: Contatou-se que os fatores psicossociais estavam envolvidos no surgimento de burnout no grupo estudado. Os resultados despertaram a necessidade de estudos para intervenção e posterior prevenção da síndrome.

  20. Ocorrência de acidente de trabalho por materiais perfurocortantes e fluidos biológicos em estudantes e trabalhadores da saúde de um hospital escola de Brasília Frecuencia de accidentes del trabajo causados por instrumentos puntiagudo-cortantes y fluidos biológicos entre estudiantes y personal de un hospital escuela de la ciudad de Brasilia Occurrence of work accidents caused by sharp-edged hollow-pointed equipment and biological fluids among medical students and health personnel in a Brasília university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Eri Shimizu

    2002-12-01

    Full Text Available estudo teve por objetivo verificar e analisar a ocorrência de acidentes de trabalho causados por materiais perfurocortantes e fluidos biológicos em estudantes e trabalhadores da área da saúde. Foi realizado em um hospital-escola de Brasilia. A coleta de dados foi feita a partir dos registros de acidentes de trabalho mantidos pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar e referentes ao período de agosto de 1998 a junho de 2000. Verificou-se que 117 pessoas sofreram acidentes de trabalho, em sua grande maioria causados por agulhas. Concluiu-se que existe a necessidade de melhoria nos sistemas de prevenção de acidentes na instituição.El objetivo del estudio fue el de verificar y analizar la frecuencia de accidentes del trabajo causados por instrumentos puntiagudo-cortantes entre estudiantes y personal de un hospital escuela de la ciudad de Brasilia. Los datos, recogidos de los registros de accidentes del trabajo de la Comisión de Control de Infección Hospitalaria, corresponden al periodo entre agosto de 1998 y junio de 2000. Se verifico que 117 personas sufrieron accidentes del trabajo, en su gran mayoría causados por agujas. Se llegó a la conclusión de que es necesario mejorar el sistema de prevención de accidentes en dicha institución.The objective of the study was to check and analyze the occurrence of work accidents caused by sharp-edged hollow-pointed equipment and biological fluids among medical students and health personnel. It was carried out in a Brasilia university hospital. The data were collected from records of work accidents kept by the Hospital Infection Control Committee, from August 1998 to June 2000. It has turned out that 117 persons were victims of work accidents, the vast majority of them caused by needles. The study has reached the conclusion that the accident prevention system must be improved at the above mentioned hospital.

  1. Trabalho em turnos: estado geral de saúde relacionado ao sono em trabalhadores de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Soares Mendes

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar os sintomas referentes ao estado geral de saúde associado ao trabalho em turnos de enfermagem e relacioná-los com a qualidade do sono. O estudo foi realizado no Hospital da Irmandade da Santa Casa de Poços de Caldas, Minas Gerais. Participaram 136 profissionais de enfermagem, com média de idade de 33,1 anos, divididos nas seguintes categorias: enfermeiro (8,1%; técnico de enfermagem (80,9%; auxiliar de enfermagem dos turnos diurno e noturno (11%. Os sintomas de saúde foram identificados a partir do Inventário de Estado Geral de Saúde, e a qualidade do sono foi avaliada pelo Diário do Sono. Os dados foram estatisticamente significativos pelo Teste Qui-Quadrado (p=0,021 para a presença do sintoma de flatulência ou distensão abdominal no turno noturno. Constatou-se com a análise de regressão linear múltipla que os sujeitos do turno diurno que apresentaram os sintomas de má digestão (às vezes ou sempre e irritabilidade (sempre tiveram pior qualidade de sono noturno.

  2. TRABALHADORES DO MAR: UMA DISCUSSÃO SOBRE AS TRANSFORMAÇÕES DO TRABALHO DO PESCADOR ARTESANAL DE UBATUBA/SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Tavares Moreno

    2013-07-01

    Full Text Available Este artigo realiza uma discussão quanto ao trabalho do pescador artesanal, mais propriamente, visando apreender as transformações do trabalho nesta atividade, assim como, suas particularidades, limites e entraves enfrentados por estes sujeitos que vivem do trabalho da pesca artesanal no município de Ubatuba/SP. Neste sentido, revelando a importância de estudos geográficos nesta área, comprometidos com esses trabalhadores artesanais do mar, revelando como o seu trabalho (e modo de vida atualmente são ainda muito atuantes, mesmo que marcados pelas processualidades conflitantes do capital, que levam a sua desorganização.

  3. O caso do portão: análise de um conflito violento entre trabalhadores pobres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Roberto Bonato Garcez

    2002-03-01

    Full Text Available Pela análise de um processo de homicídio, cujos personagens são trabalhadores pobres urbanos, o artigo pretende demonstrar que os conflitos e eventos violentos cotidianos desses trabalhadores surgem de diferentes dinâmicas societárias, envolvendo a cooperação, a competição, a estrutura de sentimentos existente entre eles. Propõe-se, portanto , diferenciar os fenômenos da violência e do crime, superando, porém , a dificuldade que se apresenta ao olhar sociológico em considerar como "crimes" eventos semelhantes aos relatados pelo processo analisado. A razão disso é que eles conformam um tipo especifico de conflito violento por estarem contidos no interior de relacionamentos relevantes na sociabilidade cotidiana das classes trabalhadoras urbanas, assim como se referem aos modo s de vida desses trabalhadores. Busca-se, desse modo, "compreender" a violência relatada nos autos como momentos radicais da "luta" daqueles trabalhadores.

  4. Pressão arterial entre trabalhadores de curtume Blood pressure among tannery workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Cordeiro

    1998-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O grupo das doenças cardiovasculares tem sido apontado como a principal causa de óbito no Brasil desde os anos 70, sendo a hipertensão arterial sistêmica (HAS o fator de risco mais importante para esse grupo. Entre os trabalhadores observa-se correlação negativa entre o status ocupacional e a pressão arterial. Tais fatos ressaltam a importância do conhecimento da distribuição da pressão arterial sistêmica entre os distintos grupos profissionais. Assim, foi realizado estudo para descrever o status pressórico de uma população homogênea e estável de trabalhadores do setor secundário da economia, pouco especializados e que ganham baixos salários, estabelecendo a prevalência da HAS nesse grupo específico, relacionando-a com algumas covariáveis biológicas e socioeconômicas, e comparando-a com a prevalência de HAS em outros grupos profissionais no Brasil. MÉTODO: Foram estudados 73 trabalhadores regularmente empregados em julho de 1993 em um curtume situado no Município de Botucatu, cidade de médio porte da região Centro-Oeste do Estado de São Paulo, os quais foram submetidos a exame antropométrico, aferição de pressão arterial, anamnese e exame clínico. Os resultados foram comparados com os obtidos em estudos semelhantes, controlando-se o confundimento da idade por intermédio de diferentes técnicas. RESULTADOS: A prevalência bruta da HAS encontrada foi de 56,1%, sendo 15,8% a prevalência de hipertensão sistólica isolada. Ambas se associaram ao etilismo e ao tabagismo na população estudada. DISCUSSÃO: A prevalência da hipertensão foi consideravelmente alta e significativamente maior do que a encontrada em outros grupos de trabalhadores estudados no Brasil. Tal achado ressalta a necessidade da continuidade da investigação, objetivando o isolamento dos fatores implicados na elevação pressórica do grupo estudado.INTRODUCTION: Cardiovascular diseases have been shown to be the leading cause of

  5. Qualidade de vida no trabalho: controle e escondimento do mal-estar do trabalhador Quality of work life: control and concealment of worker discontent

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Newton Garcia de Araújo

    2009-11-01

    Full Text Available Este texto tenta fazer eco à desconstrução dos programas de QVT, na ótica do artigo da professora Valquíria Padilha. O ponto de partida são as considerações de Castoriadis (1997, relativas à 'racionalidade' do capitalismo que, fundada na conformidade entre meios e fins, não se interroga sobre a própria racionalidade desses fins, supostamente inquestionáveis. Relembra-se também aqui a atualidade das análises de Marx sobre o modo de produção capitalista e seu sistema de trocas, fundado na mais-valia e que faz da alienação a essência do trabalho. Tal modo de produção continua sendo uma fonte permanente de acidentes, doenças e mortes no trabalho, fazendo milhões de vítimas, anualmente, em todo o planeta. As relações entre capital e trabalho se traduzem em um conflito inconciliável, que os ideólogos da gestão de recursos humanos tentam, no entanto, 'desconhecer' ou ocultar. As sucessivas inovações tecnológicas estão orientadas, segundo Castoriadis, para a redução e posterior eliminação do homem, nos processos de produção, embora isso só seja parcialmente possível. Assim sendo, a 'racionalidade' da gestão dos recursos humanos deve recorrer a sucessivas estratégias de manipulação-sedução do trabalhador, através dos recorrentes modismos gerenciais, entre os quais se inserem os programas de QVT.This text tries to echo the deconstruction of the programs of Quality of work life (QWL, from the perspective of the article by Valkyrie Padilha. We start with Castoriadis' (1997 considerations on the 'rationality' of capitalism which, based on the conformity between means and ends, does not question itself about the very rationale of these supposedly unquestionable ends. It also highlights the currentness of Marx's analyses on the capitalist mode of production and its exchange system, based on surplus value and that turns alienation into the essence of work. This mode of production remains a constant source of

  6. Depressão acometida ao trabalhador agroindustriário: restrição à eficácia do direito fundamental social ao trabalho digno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Goldschmidt

    2012-10-01

    Full Text Available A patologia depressão possui em sua gênese uma relação estreita com o trabalho realizado nas agroindústrias. Estas, ao mesmo tempo em que contribuem para o crescimento econômico do país, através do seu modelo de produção denominado toyotismo colaboram para a degeneração das relações trabalhistas. Muito embora seja assegurado o direito fundamental do trabalhador em auferir um trabalho digno, a depressão nas relações laborais acaba por restringir e tornar ineficaz dito direito, sendo este o escopo deste trabalho.

  7. Prevalência de tuberculose: infecção entre trabalhadores da Fabriljuta de Parintins

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mourad I. Belaciano

    1975-02-01

    Full Text Available Através do teste PPD procurou-se estabelecer o comportamento da infecção tuberculosa em uma fábrica de beneficiamento de juta, examinando 355 operários, áveis: divididos segundo as variádade: idade, sexo, tempo e local de serviço. Observou-se associação significativa entre maior prevalência de reatoresfortes e as variáveis: sexo e trabalho em local "não-aglomerado". Em termos globais, a prevalência de reatores fortes foi igual a 38%.

  8. A desproteção social dos trabalhadores rurais nos acidentes de trabalho = The social don’t protection of the agricultural workers in the works accidents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Schlindwein, Vanderleia de Lurdes Dal Castel

    2011-01-01

    Full Text Available Este artigo é uma pesquisa de cunho qualitativo que buscou investigar os vários ângulos que contribuem para a desproteção social dos trabalhadores rurais no acesso ao sistema de proteção social brasileiro, nos processos de adoecimento e acidentes no trabalho, situação que expõe o trabalhador e sua família a diferentes formas de violências e precarização das condições de vida, saúde e trabalho. Para desvelar esses caminhos, nem sempre visíveis, foram realizadas entrevistas qualitativas com profissionais da Previdência Social, na região nordeste do Estado do Rio Grande do Sul. Os depoimentos revelam os obstáculos institucionais que dificultam o encaminhamento e reconhecimento do auxílio doença e acidente junto ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS, até os entraves de reconhecimento do nexo causal do trabalho com o acidente

  9. O nexo causal entre transtorno de estresse pós-traumático e trabalho: controvérsias acerca do laudo de uma perícia judicial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Carrusca Vieira

    Full Text Available O estabelecimento do nexo causal entre trabalho e distúrbio mental tem ocupado um lugar central nos debates teóricos e se configura como uma questão bastante polêmica, centro de controvérsias no campo de estudos da Saúde Mental e Trabalho. Neste artigo, analisamos o laudo emitido por uma perita judicial e o parecer dos peritos assistentes acerca das condições de saúde de um trabalhador da vigilância bancária no âmbito de uma ação indenizatória por danos morais movida por ele, que tramitou na Justiça do Trabalho de Minas Gerais. Os peritos concluíram não haver um nexo causal entre os distúrbios mentais apresentados pelo vigilante e a sua ex-atividade, fato que embasou a sentença proferida pelo magistrado, desfavorável ao trabalhador. Entretanto, apresentamos, em relação a este caso, evidências de que as experiências de trabalho deveriam ter sido consideradas como um fator determinante no surgimento do Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT do qual o vigilante foi vítima. Ao final deste artigo, refletimos sobre a importância de se ampliar a análise diagnóstica no caso de trabalhadores acometidos por transtornos mentais.

  10. Promoção da saúde entre jovens trabalhadores de micro e pequenas empresas da Central de Abastecimento de Campinas, SP

    OpenAIRE

    Valéria Aparecida Masson

    2012-01-01

    Resumo: Este estudo sobre condições de trabalho, aspectos de saúde e capacidade para o trabalho de jovens trabalhadores de um Entreposto Hortifrutigranjeiro de Campinas visa à promoção da saúde no local de trabalho. Trata-se de estudo de intervenção de delineamento quase-experimental. Foram realizadas entrevistas com 42 jovens na faixa etária de 15 a 29 anos, selecionados no local de trabalho, de maneira intencional, com o objetivo de avaliar a capacidade para o trabalho e os fatores de estil...

  11. Análise das condições de trabalho dos teletrabalhadores: antecedentes, processos e consequentes na visão do trabalhador e da chefia

    OpenAIRE

    Aranda, Beatriz Simões

    2012-01-01

    Mestrado em Psicologia Social e das Organizações O contexto laboral atual tem levado a que o teletrabalho tenha cada vez mais adeptos e que seja adotado por muitas empresas. O presente estudo qualitativo exploratório visou enquadrar as vivências dos trabalhadores e da chefia no contexto do teletrabalho. Foram analisadas as condições de trabalho, através de entrevistas a 8 díades de teletrabalhadores e respetiva chefia direta. O foco foram os antecedentes do teletrabalho, o s...

  12. Suggestion of an inverse relationship between perception of occupational risks and work-related injuries Sugestão de uma associação inversa entre percepção de riscos ocupacionais e acidentes do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Cordeiro

    2002-02-01

    Full Text Available Worker perception of risk influences worker behavior and consequently exposure to risks. However, an inverse relationship between perception of occupational risks and work-related injuries has not yet been clearly established. A matched case-control was performed aiming to investigate possible differences in perception of occupational risks between workers who had suffered occupational injuries and those who had not. Cases were defined as all 93 workers from a large metallurgical factory in southeastern Brazil, who had suffered occupational injuries during the year 1996. Controls were 372 workers who had not suffered occupational injuries, matched on the basis of the factory sector and jobs performed. Assessment of occupational risk perception was performed by asking the workers to fill out a questionnaire consisting of questions on specific risks related to problems in work relations, work per se, and mode of production. The findings suggest that the degree of perception that workers with occupational injuries have of some occupational risks is lower than that of their non-injured coworkers.A percepção que o trabalhador tem dos riscos ocupacionais a que está exposto, influencia seu comportamento e sua própria exposição a riscos. Entretanto, uma relação inversa entre percepção de riscos ocupacionais e acidentes do trabalho, embora especulada, não foi ainda claramente estabelecida. Este é um estudo caso-controle objetivando investigar a existência de diferenças na percepção de riscos ocupacionais entre trabalhadores acidentados e não acidentados. Os casos foram todos os 93 trabalhadores de uma grande metalúrgica de Botucatu, que sofreram acidentes do trabalho no ano de 1996. Para cada caso foram aleatoriamente alocados quatro controles não acidentados, emparelhados segundo a seção de trabalho e a função do trabalhador acidentado na semana do acidente. A mensuração da percepção de riscos ocupacionais de casos e controles

  13. Entre o mercado e a sociedade : o sindicalismo da União Geral dos Trabalhadores (UGT)

    OpenAIRE

    Patrícia Rocha Lemos

    2014-01-01

    Resumo: Nossa pesquisa teve como objetivo compreender a estratégia sindical empreendida pela União Geral dos Trabalhadores (UGT). Criada em 2007, no contexto de reorganização sindical que marcou o governo Lula, a partir de uma fusão entre a CGT, a CAT e a SDS, a UGT articula elementos do sindicalismo do qual se origina (como conciliação de interesses, prioridade à negociação, defesa da estrutura sindical) com uma nova tendência que busca, através da participação nos espaços institucionais, of...

  14. Testando o Modelo da Casa da Capacidade para o Trabalho entre profissionais do setor hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carmen Martinez

    Full Text Available RESUMO: Objetivo: Testar o Modelo da Casa da Capacidade para o Trabalho, verificando a hierarquia das dimensões propostas para um grupo de trabalhadores do setor hospitalar. Métodos: Estudo de coorte (2009-2011 conduzido com 599 trabalhadores de um hospital na cidade de São Paulo. Foi usado um formulário com questões sobre dados sociodemográficos, estilo de vida e condições de trabalho, e as versões brasileiras da Escala Estresse no Trabalho, Desequilíbrio Esforço-Recompensa, Work-Related Activities That May Contribute To Job-Related Pain and/or Injury e Índice de Capacidade para o Trabalho (ICT. Foi realizada análise de regressão logística hierárquica: as variáveis independentes foram alocadas em níveis de acordo com as dimensões do modelo teórico para avaliar os fatores associados ao comprometimento da capacidade para o trabalho (CT. Resultados: As variáveis associadas ao comprometimento da CT em cada dimensão foram: (a dimensão sociodemográfica: idade < 30 anos (p = 0,20, (b dimensão saúde: história de acidente de trabalho (p = 0,029, (c dimensão competência profissional: baixo nível educacional (p = 0,008, (d dimensão valores: intensificação do excesso de comprometimento (< 0,001, e (e dimensão trabalho: intensificação do desequilíbrio esforço-recompensa (p = 0,009 e das demandas elevadas (p = 0,040. Conclusão: Os resultados do estudo confirmaram as dimensões propostas para o Modelo da Casa da Capacidade para o Trabalho, indicando que ele é válido como representação de um construto multidimensional de determinação multicausal, podendo ser utilizado na gestão da CT.

  15. Trabalho e riscos de adoecimento: um estudo entre policiais civis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Cristine Cavalcante Anchieta

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo avaliar a percepção que os policiais civis do DF têm sobre o seu contexto de trabalho, suas exigências, assim como as vivências e os problemas físicos, psicológicos e sociais causados pelo trabalho, procurando fazer inferências sobre as estratégias de mediação utilizadas para evitar o sofrimento e os riscos de adoecimento. Foi aplicado o Inventário do Trabalho e Riscos de Adoecimento (ITRA em 160 policiais civis, homens e mulheres, recém empossados na Instituição (tempo médio de oito meses de ingresso na Instituição. Os resultados indicaram que, apesar de não ficarem evidentes danos graves à saúde do policial novato, há riscos de acontecerem falhas nas estratégias de mediação em relação a fatores que levam ao adoecimento.

  16. Lei e costume: experiências de trabalhadores na Justiça do Trabalho (Recôncavo Sul, Bahia, 1940-1960)

    OpenAIRE

    Souza, Edinaldo Antonio Oliveira

    2008-01-01

    181f. O tema abordado neste estudo é o processo de regulamentação das relações de trabalho no interior da Bahia, tendo como objeto mais específico de análise as disputas trabalhistas entre patrões e empregados no âmbito de três Comarcas do Recôncavo Sul, entre 1940 e 1960. Para tanto, utilizo como fontes processos trabalhistas, jornais, depoimentos orais, legislações, entre outras. Desde a segunda metade do século XX, a legislação trabalhista (incluindo a justiça do trabalho) tem despertad...

  17. TRABALHAR OU NÃO – EIS A QUESTÃO: UMA ANÁLISE DO TRABALHO A PARTIR DA FALA DOS TRABALHADORES DA CIDADE DE PONTA GROSSA – PR1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuela Salau Brasil

    2003-01-01

    Full Text Available Este texto tem como objetivo compreender o significado do trabalho para trabalhadores empregados e desempregados da cidade de Ponta Grossa no limiar do século XXI, através de um estudo de natureza qualitativa. Tal reflexão foi motivada pelas teses que advogam o fim da sociedade do trabalho e sua substituição pela sociedade do tempo livre, em que o trabalho supostamente não seria mais uma categoria central na sociedade. Os depoimentos dos trabalhadores revelam, ao contrário, que o trabalho ainda carrega um significado que, ultrapassando a questão da renda, ainda é sinônimo de realização humana.

  18. Trabalho abstrato, subsunção e os desafios para a formação do trabalhador na atualidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Dias Toitio

    2011-09-01

    Full Text Available O artigo em questão procura analisar, na atualidade, a formação profissional e técnica, cujo conteúdo e forma têm sofrido mudanças concretas graças à revolução da microeletrônica e, em consequência, à difusão das novas tecnologias de informação (TI, computadores, robótica, softwares etc. Para tanto, procuramos analisar, a partir das reflexões de Marx, a forma de ser do trabalho em nossa sociedade, pois tal forma configura o tipo de formação profissional elaborada pela mesma. Desse modo, apontaremos como velhas tendências apontadas por Marx, e nascidas na Revolução Industrial, se atualizam e se expandem, como a subsunção real do trabalho ao capital e o alargamento do trabalho abstrato. Também discutiremos, brevemente, a educação unitária como uma proposta de formação para o trabalhador que abarca, além das questões técnicas, a formação e a organização políticas das classes e grupos subalternos.

  19. Prevalência de transtornos mentais comuns entre trabalhadores marítimos do Rio de Janeiro Common mental disorders prevalence among maritime workers of Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Luiz Lima da Silva

    2017-07-01

    Full Text Available Objetivo: descrever a prevalência de transtornos mentais comuns entre trabalhadores marítimos. Método: trata-se de  estudo transversal realizado com 316 funcionários de empresa de transporte hidroviário. A pesquisa foi aprovada no CEP sob o  CAAE 0271.0.258.258-11, a coleta dos dados foi realizada em 2012. A variável transtorno mental comum foi investigada de acordo com o Self Reporting Questionnaire. Resultados: constatou-se a prevalência geral de 14,24%. Notou-se que o grupo de sintomas humor depressivo e ansioso foi o mais expressivo.  Sexo feminino, renda familiar abaixo da média, alta carga horária semanal, estresse autorreferido, pensamento de abandono do emprego, categoria marinheiro de máquinas, sedentarismo e não tabagismo mostraram-se associados ao desfecho. Conclusão: é necessária a criação de projetos ocupacionais consistentes, com equipes multidisciplinares, tendo em vista a promoção da saúde e qualidade de vida no ambiente de trabalho e a redução de transtornos mentais.

  20. Riscos e acidentes entre trabalhadores rurais de usina na região da mata norte do estado de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Miguel de Lima Silva

    2016-11-01

    Full Text Available A ação repetitiva e o esforço físico podem provocam acidentes como os cortes, quedas, torções, causarem problemas nas colunas e pés, além de cãibras e tendinites. Diante deste cenário, o presente estudo  objetivou analisar os riscos  que ocasionam  acidentes de trabalho numa área de usina de açúcar e álcool na Zona da Mata Norte do Estado de Pernambuco.  Foram analisados através de pesquisa de campo de caráter quantitativa, por amostragem com aplicação de um questionário, com aspectos investigativos, os tipos de acidentes com maiores frequências, gravidades e quantos dias que este acidente afastou o trabalhador de sua atividade laboral, para assim, compreender e prevenir esses riscos que se acentuam nos canaviais,. Os trabalhadores recebem os EPI’s, mas não os usam corretamente, utilizando pedra de esmeril para amolar o facão de forma insegura, causando ferimento na mão, dependendo da gravidade o trabalhador pode ficar em media de 7 a 10 dias afastado. É organizada uma força tarefa no campo com a participação dos Gerentes do campo, Técnicos agrícolas liderem de turma e em especial os técnicos do Serviço Especializado em Segurança do Trabalho Rural – SESTR com a realizaçãode treinamentos no canavial, educando e conscientizando cada trabalhador sobre a importância de se proteger. O campo recebe esta visita duas vezes por semana, incluindo a presença da Enfermeira do Trabalho desta forma o índice de acidente por amolar o facão reduziu em média de 70%. Case study on risks and accidents among rural workers of a plant marta Pernambuco northAbstract: The repetitive action and physical exertion can cause accidents such as cuts, falls, sprains, causing problems in columns and feet, as well as cramps and tendonitis. In this scenario, this study aimed to analyze the risks that cause workplace accidents in an area of sugar and alcohol plant in the Zona da Mata Norte of Pernambuco. Were analyzed by quantitative

  1. Educação, trabalho e proletarização: o professor enquanto trabalhador docente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cássio Diniz Hiro

    2013-05-01

    Full Text Available Este presente artigo tem como objetivo oferecer uma pequena contribuição ao debate acerca do processo de proletarização do docente na educação brasileira. Tornou-se comum em parte dos debatedores assinalarem que o professor não pode se caracterizar enquanto um trabalhador em educação, ou seja, como parte integrante da classe social dos trabalhadores, classificando-os enquanto membros de uma dita “classe média”. Neste artigo procuramos apontar que as transformações sócio-econômicas e o desenvolvimento do modo de produção capitalista no Brasil provocaram uma profunda metamorfose no âmbito do papel social do decente brasileiro. Para isso, apresentamos algumas análises baseadas no referencial teórico marxista, fruto das contribuições ao materialismo histórico-dialético ao legado de Marx e Engels.

  2. Working conditions and musculoskeletal pain among Brazilian pottery workers Condições de trabalho e dor osteomuscular entre ceramistas brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Cristina de Souza Melzer

    2010-03-01

    Full Text Available In the municipality of Pedreira in São Paulo State, Brazil, a large number of workers from the ceramic industry have left their jobs because of work related musculoskeletal disorders. The objectives of this study were to describe the work conditions pertaining to the ceramic industry, to determine the prevalence of musculoskeletal pain and to identify the associations between symptoms and organizational, biomechanical, psychosocial and individual variables. Nine ceramic manufacturers participated. The activities of 18 individuals were analyzed through direct observation. All workers answered a questionnaire about work and health (n = 235. The results found that the general working conditions in the pottery manufacturers were poor. A 38.5% prevalence of musculoskeletal pain was found. Repetition, tool use, lack of control over decisions, worries regarding work demands, relationship issues, work dissatisfaction and the wish to move on to another function were all associated with pain. We concluded that musculoskeletal pain is one of the outcomes of elevated human requirements resulting from working conditions and organization in the ceramic industry.No Município de Pedreira, São Paulo, Brasil, um grande número de trabalhadores das indústrias cerâmicas se afasta do trabalho em conseqüência de distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho. Os objetivos deste estudo foram descrever as condições de trabalho, determinar a prevalência de dor e identificar associações entre sintomas e variáveis organizacionais, biomecânicas, psicossociais e individuais. Nove indústrias participaram do estudo. As atividades de 18 pessoas foram analisadas através de observações diretas. Todos os trabalhadores responderam a um questionário sobre trabalho e saúde (n = 235. Os resultados indicaram que as condições de trabalho nas indústrias cerâmicas estudadas eram ruins. Foi encontrada uma prevalência de 38,5% de dor. Repetitividade, utiliza

  3. Os sentidos do cooperativismo de trabalho: as cooperativas de mão-de-obra à luz da vivência dos trabalhadores The senses of labor cooperativism: manpower cooperatives from the standpoint of the worker's living experience

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio de Oliveira

    2007-01-01

    Full Text Available O artigo, síntese de pesquisa apresentada como tese de doutorado, discute os sentidos do cooperativismo a partir de observações e de relatos de trabalhadores sobre suas vivências, sobre as relações de trabalho estabelecidas em suas cooperativas e procura construir uma crítica de viés psicossocial às cooperativas de mão-de-obra. Foram realizadas observações, conversas informais e 14 entrevistas semi-estruturadas em diversas cooperativas. Os aspectos mais importantes de diferenciação presentes nas entrevistas referem-se a: formas distintas de participação nas diferentes cooperativas; relação entre gestão da cooperativa e gestão do trabalho. Conclui que o sentido do cooperativismo nas cooperativas industrial e populares estudadas é marcado pelos dilemas próprios da autogestão, enquanto, na cooperativa de mão-de-obra, pela precarização do trabalho em relação ao vínculo empregatício tradicional.This article, synthesis of a research presented as doctoral thesis, discusses the senses produced about the cooperativism taken from observations and the descriptions from workers about their living experiences on work relations present in their cooperatives and tries to build a psychosocial critic concerning manpower cooperatives. It is based on observations, informal talks and 14 semi-structured interviews with cooperators from various cooperatives. The most important elements of differentiation in the interviews are: different ways of participation in different cooperatives; cooperative management and work management relationship. It concludes that the sense of cooperativism from the industrial and popular cooperatives that were studied is marked by self-management dilemmas, while, at manpower cooperatives, it is marked by precarious conditions of work in relation to the traditional employment contract.

  4. Estudo de sintomas musculoesqueléticos, fatores de risco e exposição física em trabalhadores de escritório

    OpenAIRE

    Dechristian França Barbieri

    2013-01-01

    A alta incidência de distúrbios musculoesqueléticos em trabalhadores que utilizam o computador pode estar associada a diferentes fatores de risco como psicossociais, organizacionais e ergonômicos. Dentre os fatores de risco psicossociais, estão a satisfação do trabalhador com o trabalho, a intensidade e carga de trabalho e a relação entre demanda e controle que o trabalhador apresenta sobre seu trabalho. Embora esses fatores não sejam preponderantes no desenvolvimento das lesões musculoesquel...

  5. AS RELAÇÕES E APRENDIZAGENS PRESENTES ENTRE OS MOVIMENTOS SOCIAIS DE TRABALHADORES DE DIFERENTES CATEGORIAS PROFISSIONAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina Zientarski de Bragança

    2016-12-01

    Full Text Available O artigo trata das relações presentes entre os movimentos sociais autogestionários realizados pelos professores e os movimentos sociais dos trabalhadores de outras áreas profissionais. Estabelece como período histórico o final da década de 1970, década de 1980 e início dos anos 1990 no Brasil, tendo como enfoque especial o Estado Rio Grande do Sul. Objetiva trazer elementos que permitam compreender as relações entre os movimentos sociais dos trabalhadores de diferentes categorias. Utiliza como opção metodológica a pesquisa qualitativa e, como sujeitos professores que participaram dos movimentos sociais no período em estudo. Conclui que os professores aprenderam com trabalhadores de outras categorias (metalúrgicos, servidores públicos e trabalhadores do campo e ensinaram com suas experiências e movimentos.  Palavras-chave: Autogestão. Movimentos sociais. Aprendizagens. ABSTRACT The article deals with the present relations between the self-managed social movements made by the teachers and the social movements of workers in other professional areas. Establishes as a historical period the late 1980s and early 1990s in Brazil, with the special focus the state of Rio Grande do Sul. It aims at bringing evidence to understand the relationship between social movements of workers of different categories. Uses as a methodological option qualitative research and as subject were teachers who participated in social movements during the study period. Concludes that teachers learned from workers in other categories (metallurgical, civil servants and workers in the field and taught from their experiences and movements. Keywords: Self-management. Social Movements of Workers. Learning. RESUMEN El artículo trata de las relaciones presentes entre los movimientos sociales autogestionarios realizados por los maestros y los movimientos sociales de los trabajadores de otras áreas profesionales. Establece como período histórico el final de la d

  6. Formas duradouras e formas emergentes de trabalho precário entre os jornalistas brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeferson Bertolini

    2015-08-01

    Full Text Available Este artigo busca dimensionar o conceito de trabalho precário entre os jornalistas brasileiros. O texto indica que a categoria sempre esteve exposta a formas precárias de trabalho, mas que o problema se agravou nos últimos 10 anos, com as tecnologias digitais: elas redefiniram o perfil do profissional e reordenaram o modelo de negócio das empresas do setor. O manuscrito, baseado em levantamento bibliográfico e experiência de campo, lista oito formas duradouras e oito formas emergentes de trabalho precário no jornalismo.

  7. Fatores associados à capacidade para o trabalho de trabalhadores do Setor Elétrico Factors associated with labor capacity in electric industry workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carmen Martinez

    2009-04-01

    Full Text Available O Setor Elétrico passou por recente processo de reestruturação produtiva com reflexos nas condições e organização do trabalho, podendo comprometer a capacidade para o trabalho. Este estudo objetivou avaliar fatores associados à capacidade para o trabalho junto a 475 trabalhadores de uma empresa do Setor Elétrico no Estado de São Paulo, Brasil. Neste estudo transversal foi realizada análise descritiva e análise de regressão linear múltipla. A média do Índice de Capacidade para o Trabalho (ICT foi de 41,8 pontos (escala de 7,0 a 49,0 pontos. A análise múltipla mostrou que os fatores que melhor explicaram a variabilidade do ICT foram estresse no trabalho (p The Brazilian electric utility sector has recently undergone major industrial restructuring, with impacts on working conditions and work organization that could jeopardize the capacity for work. This study aimed to evaluate factors associated with labor capacity in a sample of 475 workers from an electric utility company in the State of São Paulo, Brazil. This cross-sectional study included descriptive and multiple linear regression analyses. The mean labor capacity index (LCI was 41.8 points (on a scale from 7.0 to 49.0. Multiple regression showed that the factors that best explained LCI variability were work stress (p < 0.001 and physical health (p < 0.001 in all the dimensions. In a separate analysis, excluding all the health dimensions, the variables associated with LCI were work stress (p < 0.001, workplace (p = 0.022, physical activity (p = 0.001, alcohol consumption (p = 0.012, and body mass index (p < 0.001. The results highlighted aspects to be considered when developing measures to protect labor capacity, with an emphasis on stress prevention and health promotion.

  8. Acidentes de trabalho no Brasil entre 1994 e 2004: uma revisão Work-related accidents in Brazil from 1994 to 2004: an overview

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Santana

    2005-12-01

    Full Text Available Neste estudo sintetizam-se achados epidemiológicos sobre acidentes de trabalho fatais e não-fatais para populações brasileiras, entre 1994 e 2004, período pós II Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador. Os estudos foram identificados em pesquisa nas bases Scielo e Medline, limitando-se a trabalhos completos disponíveis. Verificou-se que embora o coeficiente de mortalidade por acidentes de trabalho seja elevado, entre 1990 e 2003 caiu 56,5%. Todavia, a letalidade aumentou (0,18% em 1970 para 1,07% até 1999, quando passou a declinar (0,70% em 2003. A incidência cumulativa anual de acidentes de trabalho não-fatais também vem reduzindo, mas discretamente, em especial, para os menos graves. Não houve alteração para os acidentes incapacitantes. Pesquisas populacionais mostram que a incidência cumulativa anual varia entre 3% e 6%. Trabalhadores rurais têm o dobro do risco do que os de área urbana. A construção civil, indústria da celulose, serviços domésticos estão entre os grupos de maior risco para acidentes não-fatais. A subnotificação de óbitos se concentrou entre 70% e 90%. Indica-se a necessidade de uma redefinição das políticas de proteção ao trabalhador tomando como base o conhecimento produzido sobre este evitável problema de saúde.This study summarizes epidemiological findings about fatal and nonfatal occupational accidents in Brazilian populations, from 1994 to 2004, period after the 2nd National Conference of Workers’ Health. The studies were identified in the Scielo and Medline, limited to full-text publications. The occupational accidents mortality is high, but from 1990 to 2003 it decreased 56.5%. However, the letality elevated from 0.18% in 1970 to 1.07% in 1999, when started to decline (0.70% in 2003. The annual cumulative incidence of nonfatal work-related accidents, CI, is also decreasing in this period, although less dramatically, particularly for those of minor severity. No temporal

  9. Ampliando o diálogo entre trabalhadores e profissionais de pesquisa: alguns métodos de pesquisa-intervenção para o campo da Saúde do Trabalhador

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Ramminger

    2013-11-01

    Full Text Available O artigo discute alguns métodos que enfatizam formas coletivas e compartilhadas de análise das relações que se estabelecem no e com o trabalho, em relação sinérgica com a experiência dos protagonistas do trabalho. Pode-se caracterizá-los como métodos de pesquisa-intervenção que apresentam contribuições importantes para o campo da Saúde do Trabalhador, alguns dos quais desenvolvidos no âmbito da Psicologia do Trabalho. Métodos que tem como sua referência a "enquete operária" de Karl Marx, destacando-se as contribuições de algumas das Clínicas do Trabalho - considerando-se a presença de afinidades teórico-metodológicas e diferenças - como o Modelo Operário Italiano de luta pela saúde, a Ergonomia da Atividade e a Psicodinâmica do Trabalho. Em seguida, discute-se a proposta avançada pela Ergologia - o Dispositivo Dinâmico de Três Polos - e uma de suas configurações que vem sendo desenvolvida no Brasil, a Comunidade Ampliada de Pesquisa.

  10. Análise da organização do trabalho nas empresas recuperadas por trabalhadores a partir da perspectiva da Psicodinâmica do Trabalho

    OpenAIRE

    Perbellini, Melina

    2017-01-01

    En este artículo nos proponemos utilizar algunos ejes conceptuales planteados por los teóricos de la corriente francesa de la Psicodinámica del Trabajo, para problematizar la organización del trabajo que se da en las empresas recuperadas por sus trabajadores en Argentina. Estos ejes conceptuales están ligados a la confrontación entre la organización prescripta y lo real del trabajo. PALABRAS-CLAVE: Empresas recuperadas. Psicodinámica del Trabajo. Organización del trabajo.

  11. Gestão do trabalho, saúde e segurança dos trabalhadores de termelétricas: um olhar sob o ponto de vista da atividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hilka Flavia Saldanha Guida

    2013-11-01

    Full Text Available O artigo apresenta as mudanças na gestão do trabalho de duas termelétricas privadas, após serem adquiridas por uma Empresa de energia de economia mista, e suas implicações na saúde e segurança de seus trabalhadores. Estas mudanças fizeram com que parte desses trabalhadores questionasse sua própria capacidade laborativa, pois trabalhadores experientes tornaram-se de uma hora para outra inábeis em decorrência do modelo organizacional e das reestruturações implantadas em suas unidades. Constatou-se que a ausência de reconhecimento no trabalho trouxe consequências para a saúde e a segurança destes trabalhadores, pois houve inúmeros relatos de sofrimento psíquico, distúrbios emocionais, problemas osteomusculares, alterações gastrointestinais, etc. Evidenciou-se que atualmente é possível introduzir uma série de medidas que podem contribuir para a melhoria das condições de trabalho e, consequentemente, da vida dessas pessoas. Utilizou-se o referencial teórico da Ergologia, assim como os aportes da Psicodinâmica do Trabalho e da Ergonomia da Atividade. O percurso metodológico envolveu: levantamento bibliográfico sobre o tema, análise documental, entrevistas semiestruturadas, observações sistemáticas da atividade e validação dos resultados com os sujeitos da pesquisa.

  12. A CENTRALIDADE DO TRABALHO E A TROCA ORGÂNICA ENTRE HOMEM E NATUREZA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andre André Luis Amorim de Oliveira

    2013-12-01

    Full Text Available Dentro do contexto da Terceira Revolução Industrial, marcada pela crise estrutural do capital, a centralidade do trabalho permanece sendo uma referência importante no que tange à compreensão histórica geográfica do papel da força de trabalho frente às mutações impostas pelo capital. Este artigo procura resgatar (e contribuir com alguns elementos importantes no que se refere à centralidade do trabalho num momento decisivo em que o capital tem exigido, cada vez mais, novos aparatos de gestão da força de trabalho, o que significa a ampliação da precarização do trabalho. Apresentamos também como elemento importante deste contexto uma aproximação do debate sobre a relação entre homem e natureza, considerando a centralidade do entendimento sobre o trabalho e sua polissemia.

  13. Resiliência no trabalho: uma análise comparativa entre as teorias funcionalista e crítica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana de Azevedo Vieira

    Full Text Available Resumo A resiliência foi um termo que começou a ser empregado no contexto organizacional no final dos anos 1990; porém, atualmente, é exigida como uma forma de competência ou um “perfil” para determinada vaga de emprego no mercado de trabalho. Na mesma época, surgiu uma linha de pesquisa que tem papel fundamental em analisar as relações de trabalho com foco no indivíduo e em seu universo subjetivo, questionando as ideias funcionalistas que predominavam há anos no contexto das organizações. Partindo dessa ideia, este trabalho tem como objetivo interpretar o conceito de resiliência na literatura com foco no universo subjetivo do trabalhador. Para isso, foi realizada uma investigação sobre os fatores internos e externos e suas influências na forma de pensar e agir (subjetividade dos trabalhadores com foco no conceito de resiliência. Esta pesquisa foi de cunho qualitativo, exploratório e descritivo quanto aos fins e bibliográfico quantos aos meios, tendo sido analisados 59 trabalhos publicados no período de 1999 a 2014. Os resultados revelaram que o conceito de resiliência, na perspectiva funcionalista, continua dominante no discurso organizacional.

  14. Uso de drogas entre trabalhadores precoces na atividade de malabares Uso de drogas entre trabajadores precoces en la actividad de malabarista Use of drugs between precocious workers in the activity of jugglers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Cristine da Silva Cirino

    2009-09-01

    Full Text Available O presente estudo objetiva identificar os fatores que motivam o uso de drogas entre meninos trabalhadores em condição de rua na cidade de João Pessoa - PB, caracterizar a atividade de trabalho de malabares e relacionar o trabalho precoce e o uso de drogas com as perspectivas de futuro destes sujeitos. A pesquisa desenvolveu-se através da territorialização, observação e registro assistemático e entrevistas semiestruturadas, com dados analisados a partir da análise de conteúdo de Bardin (1979. Foram entrevistados seis sujeitos, entre 11 e 16 anos, todos do sexo masculino. As drogas utilizadas por eles foram bebidas alcoólicas, cigarro, cola e maconha. Os motivos para o uso foram a imposição do grupo e o desconhecimento dos reais efeitos das drogas. Constatamos ainda que, para os trabalhadores precoces no setor informal urbano, há construção de perspectivas de futuro, vislumbradas através da inserção profissional quando adultos, possível de se concretizar a partir da escola.Esta investigación trata de identificar los factores que motivan el uso de drogas entre niños trabajadores en condición de calle de la ciudad de João Pessoa - PB; caracterizar la actividad de trabajo de malabaristas y relacionar trabajo precoz y uso de drogas con las perspectivas de futuro de estos niños. Se utilizó como técnicas: "territorialización" (conocimiento previo del sitio, observación y registro no sistemáticos y entrevistas semidirigidas, con datos analizados por medio del análisis de contenido de Bardin (1979. Fueron entrevistados 06 niños, entre 11 y 16 años, del sexo masculino. Las drogas utilizadas por ellos fueron bebidas alcohólicas, cigarrillo, inhalantes y marihuana. Los motivos para el uso fueron: imposición del grupo y desconocimiento de los efectos reales de las drogas. Constatamos, todavía, que existe construcción de perspectivas de futuro para estos trabajadores a partir de la inserción profesional cuando adultos

  15. Uso recente de álcool, tabaco e outras drogas entre estudantes adolescentes trabalhadores e não trabalhadores Recent use of alcohol, tobacco, and other drugs among working and nonworking adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delma P. Oliveira de Souza

    2007-06-01

    Full Text Available Foi realizado um estudo transversal, de base populacional, para determinar a prevalência do uso recente de substâncias psicoativas em uma amostra probabilística de 798 adolescentes trabalhadores e de 1.493 não trabalhadores, matriculados na rede estadual de educação básica da área urbana de Cuiabá, Brasil. Um questionário de autopreenchimento foi aplicado em sala de aula, indagando sobre aspectos sociodemográficas, sociais e o consumo de substâncias psicoativas. Definiu-se uso recente como consumo realizado uma ou mais vezes nos trinta dias que antecederam à entrevista. A prevalência na amostra do uso recente de álcool, tabaco e outras drogas foi de 37,4%, 9,5% e 8,4%, respectivamente, sendo mais elevada entre os adolescentes trabalhadores do que entre os não trabalhadores (47,4% versus 32,1% RO = 1,91, IC95% 1,60-2,28; 13,6% versus 7,3% RO = 1,98, IC95% 1,49-2,63; 11,1% versus 6,9% RO = 1,68, IC95% 1,24-2,26. Na análise de regressão logística, o uso recente de álcool, tabaco e outras drogas manteve-se associado aos trabalhadores da faixa etária de 15-20 anos, do sexo masculino e baixo nível socioeconômico (C+D+E. Conclui-se que os resultados indicam que o uso recente de álcool, tabaco e outras drogas foi diferente entre os trabalhadores em comparação com os não trabalhadores, sugerindo que esses resultados podem orientar as ações articuladas de prevenção e tratamento à população adolescente.We carried out a cross-sectional, population-based study comparing the prevalence of recent psychoactive substance use in a probabilistic sample of 798 adolescent students that were also workers and of'1,493 that did not work. Students were enrolled in state Basic Education schools in the urban area of Cuiabá, Brazil. A self-administered questionnaire was completed by subjects in the classroom. This questionnaire included items on sociodemographic and school-related variables, as well as on the consumption of psychoactive

  16. Drug abuse among workers in Brazilian regions Uso de drogas entre trabalhadores de regiões do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ovandir Alves Silva

    2004-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: Many business organizations in Brazil have adopted drug testing programs in the workplace since 1992. Rehabilitation, rather than layoff and disciplinary measures, has been offered as part of the Brazilian employee assistance programs. The purpose study is to profile drug abuse among company workers of different Brazilian geographical regions. METHODS: Urine samples of 12,700 workers from five geographical regions were tested for the most common illicit drugs of abuse in the country: marijuana, cocaine, and amphetamine. Enzyme multiplied immunoassay technique (EMIT and gas chromatography coupled with mass spectrometry (GC/MS were the techniques utilized for urine testing. The distribution of collected urine samples according to geographical regions was: 72.0% southeast, 13.8% northeast, 7.9% south, 5.7% central west and 0.6% north. RESULTS: Of all samples analyzed, 1.8% was found to be positive for drugs: 0.5% from the south region, 1.1% from northeast, 1.2% from central west, 1.3% from north, and 2.2% from southeast. Of these, 59.9% was marijuana, 17.7% cocaine, 14.6% amphetamine, and 7.7% associated drugs. CONCLUSIONS: The distribution of drugs found in the samples shows a regional variation. Marijuana, however, was found in all regions. Cocaine was seen only in central west and southeast regions. Amphetamine was found in northeast, central west, and southeast regions.OBJETIVO: No Brasil, desde 1992, inúmeras empresas comerciais e industriais vêm adotando programas de controle do uso de drogas de abuso no ambiente de trabalho. Nenhuma medida disciplinar ou demissionária é tomada sem antes se tentar a reabilitação do funcionário. O objetivo do estudo é apresentar o perfil do uso de drogas de abuso entre trabalhadores de diferentes empresas brasileiras. MÉTODOS: Amostras de urina de 12.700 indivíduos provenientes das cinco regiões geográficas brasileiras foram analisadas visando à detecção das principais drogas de abuso

  17. Loucura e trabalho no encontro entre saúde mental e economia solidária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Campos Andrade

    Full Text Available A relação entre loucura e trabalho, no contexto da articulação saúde mental e economia solidária na elaboração de uma política pública intersetorial de inclusão social pelo trabalho, em curso desde 2004, é o tema de interesse deste relato de pesquisa realizado em dois momentos - pesquisa bibliográfica e pesquisa de campo. A pesquisa bibliográfica teve como foco os temas trabalho, exclusão/inclusão e subjetividade. Realizou-se a análise de documentos da reforma psiquiátrica, da economia solidária, da articulação desta com a saúde mental e o levantamento das experiências em curso no Brasil. A pesquisa de campo foi realizada em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPs, através do Dispositivo Intercessor, como práxis de intercessão visando a constituir uma iniciativa de inclusão social pelo trabalho. Esta pesquisa gerou reflexões a respeito do entrelaçamento entre a loucura e o trabalho em relação às formas, ao significado e ao impacto deste último na vida dos que buscam inclusão social. Na articulação saúde mental e economia solidária, pode-se observar que existe uma centralidade do trabalho onde a este são atribuídos significados como recurso terapêutico, direito humano, produtor de subjetividade e possibilidade concreta de cidadania e de emancipação como instrumento de inclusão social.

  18. Do prescrito ao real: a gestão individual e coletiva dos trabalhadores de enfermagem frente ao risco de acidente de trabalho From prescribed to real: the collective and individual management of nursing workers toward the risk of workplace accidents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Davidson Passos Mendes

    2012-12-01

    Full Text Available Esse artigo tem por objetivo levantar os constrangimentos enfrentados pelos auxiliares e técnicos de enfermagem (AeTE de uma instituição pediátrica, vinculada a uma fundação estatal, em sua atividade de trabalho e identificar estratégias utilizadas por eles que garantam as metas de produção, a satisfação do trabalhador e a sua autoproteção contra os acidentes de trabalho. Por meio do método da AET, foram utilizados para análise e coleta de dados 34 trabalhadores de enfermagem - nível médio e técnico -, entre efetivos e contratados e, observadas as estratégias de ação e regulação destes trabalhadores frente às interfaces com que lidam. Os resultados mostram que entre os constrangimentos levantados nesta Instituição, os mais evidentes são: a dupla jornada de trabalho, a diversidade de vínculos empregatícios, os riscos a que estes profissionais estão expostos e o não conhecimento do objeto de trabalho. Verifica-se que esses constrangimentos ocasionam uma elevação das cargas de trabalho física, psíquica e cognitiva. Visando reduzir essas cargas de trabalho, o trabalhador tenta criar estratégias que são adquiridas por meio da vivência com o trabalho, das experiências e valores, para se regular frente ao risco no trabalho.The objective of this study is to analyze the constraints faced by the nursing assistants and technicians in a pediatric clinic sponsored by a state foundation during their work activities and identify the strategies adopted by them in order to guarantee the achievement of their production goals and job satisfaction and ensure their protection against workplace accidents. The method of Ergonomic Work Analysis (EWA was used for analysis and data collection of 59 tenured and temporary nursing workers with intermediate and technical level of education and to investigate the strategies related to actions and employment regulation concerning the interfaces they deal with. The results show that among

  19. A (invisibilidade do acidente de trabalho fatal entre as causas externas: estudo qualitativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kamile Miranda Lacerda

    Full Text Available Objetivo descrever o trabalho das vítimas dos acidentes fatais e as circunstâncias desses óbitos relacionados com o trabalho ocorridos em 2004, em Salvador, Bahia. Métodos coleta de dados realizada através de questões semiabertas obtidas em entrevista domiciliar com os familiares das vítimas, por meio da autópsia verbal (AV. A análise de conteúdo foi empregada na análise das narrativas. A reconstituição dos 91 acidentes de trabalho (AT é apresentada em duas seções temáticas: a caracterização do trabalho do acidentado e a circunstância da morte. Resultados evidenciou-se a presença marcante do trabalho precário mesmo entre aqueles com vínculo formal, mas essas condições são especialmente flagrantes entre aqueles não regulamentados. A extensão da jornada de trabalho não decorreu de livre escolha, mas de estratégia para auferir a renda mínima necessária. O espaço da rua emergiu como local de AT típico não apenas de AT de trajeto. A morte no trânsito e sua relação com o trabalho, fenômeno ainda pouco explorado, foi evidenciada, além da identificação de homicídio como circunstância de morte decorrente do trabalho precário. Conclusões a prevenção da morte e da violência no trabalho requer uma ação integrada das políticas setoriais. A autópsia verbal mostrou-se técnica promissora na produção de informações sobre as causas dos AT, podendo contribuir para a superação da subnotificação.

  20. A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO VIA DESLOCAMENTO/TRANSPORTE DOS TRABALHADORES: O CASO DAS FÁBRICAS FUNADA E VITAPELLI/VITAPET EM PRESIDENTE PRUDENTE-SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Freire de Paula

    2014-09-01

    Full Text Available Este artigo é fruto de um trabalho de monografia, cuja discussão central é relativa à precarização do trabalho na Indústria e Comércio de Bebidas Funada e no curtume Vitapelli/Vitapet a partir de novos elementos encontrados pelo capital com vistas à maximização do controle sobre o trabalho. Nosso objetivo principal neste artigo é demonstrar que o deslocamento/transporte dos trabalhadores, do modo como está organizado nas respectivas empresas, funcionam como elemento de acentuação da precarização e do controle do trabalho, seja no âmbito das Bebidas Funada, que não fornece transporte aos trabalhadores, ou no caso do curtume Vitapelli/Vitapet, que fornece o transporte por fretamento. A pesquisa foi construída com base na fundamentação teórica a respeito do tema, dentro do eixo temático Geografia do Trabalho.

  1. Comunicação entre usuários e trabalhadores de saúde em colegiados de Saúde da Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelen Palu Longhi

    2013-02-01

    Full Text Available Atualmente, têm sido observados problemas relativos à comunicação nos fóruns de participação social da saúde. O presente estudo tem o objetivo de analisar a comunicação entre usuários e trabalhadores de saúde, em colegiados da Saúde da Família. O referencial teórico utilizado foi a Teoria da Ação Comunicativa de Habermas. Realizou-se uma pesquisa qualitativa. Os dados coletados revelaram duas dimensões que se entrelaçavam: distanciamentos e aproximações entre usuários e trabalhadores de saúde. Quanto aos distanciamentos, destacaram-se a presença de relações assimétricas, de coerção e de manipulação por parte dos trabalhadores de saúde, processos que prejudicam a participação dos usuários. Por outro lado, estiveram presentes momentos de interação e lutas por direitos, abordados nas aproximações entre usuários e trabalhadores de saúde. Por fim, consideramos que a comunicação nos colegiados da Saúde da Família apresenta potencialidades e limites, sendo que estes devem ser problematizados, especialmente, por meio da educação permanente em saúde.

  2. COMPARAÇÃO ENTRE DADOS SELECIONADOS DE DOIS SISTEMAS DE COMUNICAÇÃO DE ACIDENTE DE TRABALHO NO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Tosetto Pimentel

    2016-11-01

    Full Text Available Neste texto, o objetivo é analisar dados da  Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (Renast comparados com os dados de registro do Anuário Estatístico de Acidentes do Trabalho (AEAT para o município de São José dos Campos nos anos de 2013 e 2014. Utilizando os dados do AEAT divulgada pela Previdência Social e o Ministério do Trabalho, pode-se verificar uma discrepância entre os dados relacionados a acidentes de trabalho desta pesquisa e aqueles registrados na base de dados da Renast, procedentes do Sistema Único de Saúde (SUS. A comparação mostrou que a AEAT aponta números de quase sete vezes os da Renast. Sugere-se que essa diferença se deva á subnotificação do registro de acidentes e a situação de desvalorização ao qual se encontra a Renast regional devido à falta de incentivos voltados para a área de saúde e segurança do trabalhador.

  3. Hipertensão arterial entre trabalhadores de petróleo expostos a ruído Arterial hypertension among oil-drilling workers exposed to noise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norma Suely Souto Souza

    2001-12-01

    Full Text Available Realizou-se um estudo transversal, com componente retrospectivo, buscando analisar a exposição ocupacional a ruído como possível fator de risco para a hipertensão arterial entre 775 trabalhadores de uma área de perfuração de petróleo. Considerou-se hipertensos os trabalhadores com pressão sangüínea > ou = 140/90mmHg. A exposição ocupacional a ruído foi avaliada através de dois indicadores: (1 exposição à pressão sonora > ou = 85dbA por 10 ou mais anos e (2 perda auditiva induzida pelo ruído (PAIR de moderada a severa. Os efeitos da idade, escolaridade, trabalho de turno e obesidade foram avaliados através de técnicas de estratificação e análise de regressão logística. Associação positiva entre exposição ocupacional a ruído e hipertensão arterial foi evidenciada, usando-se tanto nível/duração de exposição a ruído (RP = 1,8; IC 95%: 1,3-2,4, quanto diagnóstico de PAIR (RP = 1,5; IC 95%: 1,1-2,0 como indicadores de exposição. Considerados os limites do estudo, exposição ocupacional prolongada a ruído parece ser um fator de risco para a hipertensão arterial.A cross-sectional study with a retrospective component was conducted to evaluate occupational noise exposure as a potential risk factor for arterial hypertension among 775 workers from an oil-drilling industry. Hypertension was defined as > or = 140/90mmHg. Occupational noise exposure was measured as: (1 exposure to sound pressure levels > or = 85dbA for 10 years or more and (2 moderate-to-severe noise-induced hearing loss (NIHL. The effects of age, education, shift work, and obesity were evaluated by stratification and logistic regression analysis. A positive association between occupational noise exposure and hypertension was found, using both the level/duration of noise exposure (RP = 1.8; 95% CI: 1.3-2.4 and NIHL (RP = 1.5; 95% CI: 1.1-2.0 as exposure indicators. Considering the study limits, long-term occupational noise exposure thus appears to

  4. Direitos trabalhistas e organização dos trabalhadores num contexto de mudanças no mundo do trabalho: efeitos sobre os trabalhadores da saúde Labor rights and the organization of workers in a context of change in labor relations: effects on health workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Artur

    2013-06-01

    Full Text Available Este artigo apresenta as principais mudanças institucionais do mundo do trabalho no Brasil, apontando seus impactos para a organização dos trabalhadores. Uma mudança central, mais recente, é a regulação da terceirização pelo Judiciário Trabalhista. Pesquisas de demandas no Tribunal Superior do Trabalho, de orientações do Ministério Público do Trabalho e de ações sindicais mostram que terceirização e jornada de trabalho são temas que têm afetado diretamente os trabalhadores da saúde. Por meio de uma abordagem sobre as bases institucionais da justiça nos contratos, concluímos que a reforma trabalhista deve tratar da desigualdade de direitos que tem marcado o mercado de trabalho brasileiro.This paper presents the main institutional changes in labor relations in Brazil, highlighting their impact on the organization of workers. A more recent central change is the regulation of outsourcing by the Labor Judiciary. Research into claims in the Superior Labor Court, guidelines from the Labor Prosecution Office, and trade union lawsuits, show that outsourcing and working hours are subjects which have directly affected health workers. By addressing the institutional principles of justice in contracts, it was concluded that labor reform should deal with the inequality of rights that have characterized the Brazilian labor market.

  5. A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E O PROGRAMA NOVA EJA: UM OLHAR ANALÍTICO SOBRE A CATEGORIA TRABALHO PARA FORMAR TRABALHADORES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Coutinho Andrade

    2015-03-01

    Full Text Available Em decorrência da “onda reformista” nas décadas 1980-90, o discurso e a reestruturação política para a concepção formal da Educação de Jovens e Adultos abarcou significativos enlaces e proposições, advindos das demandas do capital corporativo à formação de trabalhadores, no bojo intencional da reformulação produtiva e estrutural do capital hegemônico. Para tal, organismos de diferentes escalas e ações produziram/em um sem fim de leituras neste sentido, articulados para responder verticalmente suas demandas, e assim, sobrepujar práticas e historicidades significativas e populares para a modalidade em questão, vide o programa Nova Eja, edificado pela Secretaria Estadual de Educação para o ano de 2013. Dentre suas principais atribuições, a reformulação das políticas públicas para o setor re-significam a função da escola e, portanto, atribuem novas funções aos docentes e intencionalidades aos conteúdos, vide na geografia que se ensina aos sujeitos que vivem-do-trabalho. Contudo, o propósito do presente artigo é analisar como a Geografia Escolar na modalidade em debate enseja atributos ao bojo economicista, que instaura-se como ordem do dia para os cotidianos escolares da/na rede mencionada.

  6. Saúde do trabalhador: condições de trabalho do pessoal de enfermagem em hospital psiquiátrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilene Lima Vianey

    2003-10-01

    Full Text Available Este estudo trata da preocupação dos profissionais da saúde em especial a enfermagem psiquiátrica com o estresse, devido a própria caracterfstica de sua atividade. Através de um estudo bibliográfico procurou-se compreender as relações entre condições de trabalho na enfermagem, ambiente ansiogênico e desgaste físico e mental. Considera-se que é preciso implantar e implementar programas que visem reduzir os riscos profissionais do pessoal de enfermagem que trabalham em psiquiatria.

  7. Saúde e capacidade para o trabalho em trabalhadores de área administrativa Health and work ability among office workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carmen Martinez

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar as dimensões da saúde que estão associadas à capacidade para o trabalho e verificar se estas relações são influenciadas por características demográficas ou ocupacionais. MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal realizado com 224 empregados de uma empresa de auto-gestão de planos de previdência privada e de saúde na cidade de São Paulo, em 2001. Foram administrados questionários auto-aplicados referentes a aspectos sociodemográficos e ocupacionais, satisfação no trabalho, saúde e capacidade para o trabalho. As associações entre variáveis foram analisadas por meio do teste qui-quadrado, análise de variância e análise de covariância. RESULTADOS: As variáveis demográficas e relacionadas ao trabalho que apresentaram associação estatisticamente significativa com capacidade para o trabalho foram tempo de emprego (p=0,0423 e satisfação no trabalho (p=0,0072. Todas as dimensões da saúde analisadas apresentaram associação estatisticamente significativa com capacidade para o trabalho (pOBJECTIVE: To identify dimensions of health associated with work ability and to verify whether such relationships are influenced by demographic or occupational characteristics. METHODS: A cross-sectional study was carried out, including 224 employees of an employee health insurance and retirement savings company in the city of São Paulo, Brazil, in 2001. Subjects responded to self-administered questionnaires evaluating demographic and occupational characteristics, job satisfaction, health, and work ability. Associations between variables were measured using Chi-square tests, analysis of variance, and analysis of covariance. RESULTS: Occupational and demographic variables significantly associated with work ability were time in job (p=0.0423 and job satisfaction (p=0.0072. All dimensions of health evaluated were significantly associated with work ability (p<0.0001, and were independent of demographic and occupational

  8. No trabalho voluntário: estudo das relações entre comprometimento organizacional e desenho do trabalho em ongs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Washinton José de Souza4

    2011-01-01

    Full Text Available Este trabalho é um estudo sobre a relação do comprometimento com o desenho do trabalho segundo a percepção de trabalhadores voluntários de Organizações Não Governamentais (ONGs. O referencial teórico apresenta os enfoques unidimensionais e multidimensionais do comprometimento, bem como de seus antecedentes, dentre eles o desenho do trabalho. A amostra foi composta por 14 instituições, onde foram entrevistados 236 voluntários. Para diagnosticar o desenho do trabalho foi utilizado o modelo de Hackman e Oldham (1980 e para mensurar o comprometimento organizacional foi utilizado o instrumento de Medeiros (2003. A análise de dados foi feita utilizando-se análise fatorial e análise de regressão. A análise fatorial identificou cinco dimensões latentes de desenho do trabalho e sete dimensões latentes do comprometimento. Com essas análises foi possível identificar diversas relações mostrando a influência das dimensões latentes do desenho do trabalho sobre algumas dimensões do comprometimento organizacional, dentre elas: o feedback de agentes e a autonomia de planejamento influem positivamente no comprometimento afiliativo.Abstract This is a study on organizacional commitment and the job design, in voluntary workers of non-governmental Organizations. It prioritizes the revision of literature in the study of the organizacional commitment, with its antecedents, correlates and consequences, beyond its unidimentionals and multidimentionals models of evaluation. The sample was composed of 14 institutions, where they were interviewed 236 volunteers. To diagnose the design work was used in the model of Hackman and Oldham (1980 and to measure the organizational commitment was used Medeiros (2003. The data analysis was performed using factor analysis and regression analysis. The factor analysis identified five dimensions of latent design of work and seven latent dimensions of commitment. With these tests it was possible to identify

  9. Condições de trabalho e transtornos mentais comuns em trabalhadores da rede básica de saúde de Botucatu (SP Working conditions and common mental disorder among primary health care workers from Botucatu, São Paulo State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludmila Candida de Braga

    2010-06-01

    Full Text Available Os transtornos mentais comuns (TMC apresentam elevada prevalência em populações gerais e de trabalhadores, com consequências individuais e sociais importantes. Este estudo, transversal e descritivo, explora a relação entre demandas psicológicas, grau de controle e presença de suporte social no trabalho e prevalência de TMC em trabalhadores da rede básica de saúde de Botucatu (SP. A coleta de dados foi feita por meio de questionário autoaplicável, não identificado, com destaque para itens relativos à demanda-controle-suporte e presença de TMC (Self Reporting Questionnaire, SRQ-20. As informações foram inseridas em banco de dados construído com Excel/Office XP 2003 e a análise estatística, efetuada com o programa SAS. Constatou-se que 42,6% dos trabalhadores apresentavam TMC. A observação de associação - alta prevalência de TMC com elevado desgaste (classificação de Karasek e baixa prevalência de TMC com baixo desgaste - indica que, no município estudado, as condições de trabalho na atenção básica constituem fator contributivo não negligenciável ao adoecimento dos trabalhadores. Revela-se a necessidade de intervenções direcionadas ao cuidado aos trabalhadores, melhoria das condições de trabalho e aumento do suporte social no trabalho.Common mental disorders (CMD present high prevalence among general populations and workers with important individual and social consequences. This cross-sectional and descriptive study explores the relationship between psychological job demands, job control degree and job support and prevalence of CMD among primary health care workers of Botucatu - SP. The data collection was carried out using an unidentified self-administered questionnaire, with emphasis on items relating to demand-control-support situation and occurrence of CMD (Self Reporting Questionnaire, SRQ-20. The data were stored using the software Excel / Office XP 2003, and the statistical analyses were performed in

  10. Agricultura e mercado de trabalho: trabalhadores brasileiros livres nas fazendas de café e na construção de ferrovias em São Paulo, 1850-1890

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lúcia Lamounier

    2007-06-01

    Full Text Available Este artigo examina o emprego de trabalhadores brasileiros livres em diversas atividades nas fazendas de café e na construção de ferrovias em São Paulo na segunda metade do século XIX. A historiografia sobre o tema ressalta, em geral, a ausência/marginalidade dos trabalhadores nacionais na economia agroexportadora, seja assumindo a exclusão dos trabalhadores brasileiros considerados "vadios" e "indolentes" pela sociedade contemporânea, seja privilegiando os aspectos culturais desse grupo de população que resistia em se submeter aos novos moldes de dominação e padrões de eficiência e disciplina impostos neste momento de transição para o trabalho livre. Destacando o engajamento dos trabalhadores brasileiros nas mais diversas tarefas dos dois setores e a peculiaridade do emprego nessa economia rural baseada no trabalho escravo, o texto argumenta que, na verdade, era justamente a incapacidade da agricultura de gerar emprego durante todo o ano que produzia um padrão de instabilidade e mobilidade geográfica no mercado de trabalho rural, irregularidade/instabilidade que muitos identificavam como ociosidade e justificavam o recurso a legislações repressivas.This article examines the engagement of Brazilian workers in several tasks in railway building and coffee plantations in São Paulo during the second half of the nineteenth century. In general, most of historiography argues that nacionais lived a marginal existence, either due to the prejudice of contemporary Brazilian society against free poor people, invariably presented as "indolent", "vagrant" and "lazy"; or to the free people´s resistance to the shift from cultural practices based on traditional values, to a more disciplined, methodical labour life. In contrast to these views, first, this article stresses the presence of Brazilian workers in the activities of both railway building and coffee plantations. Second, the article maintains that, in fact, it was the failure of

  11. Produtividade, pressão e humilhação no trabalho: os trabalhadores e as novas fábricas de calçados no Ceará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Maria Rigotto

    Full Text Available O objetivo deste artigo é mostrar o modo como as práticas organizacionais e a cultura dos locais de trabalho podem levar a experiências de humilhação e a situações constrangedoras no trabalho. A discussão baseia-se em entrevistas realizadas no decorrer de 2007, com 20 trabalhadores de três fábricas de calçados localizadas no Ceará. A análise de conteúdo das entrevistas indica que, apesar da humilhação e do constrangimento serem formas de violência conduzidas por indivíduos investidos de poder e autoridade na empresa, essas práticas transcendem as relações interpessoais e estão relacionadas às políticas de gestão organizacional centradas no estabelecimento de metas de produção a serem cumpridas pelos trabalhadores. As políticas determinam quanto e como produzir e, ao mesmo tempo, as relações interpessoais que se estabelecem dentro das fábricas.

  12. Prevenção de agravos à saúde do trabalhador: replanejando o trabalho através das negociações cotidianas Preventing damage to workers' health: redesigning jobs through day-to-day negotiation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leny Sato

    2002-10-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo apresentar algumas reflexões sobre a prevenção de agravos à saúde do trabalhador através do replanejamento do trabalho. Compreendendo o replanejamento como processo de negociação de escolhas organizacionais, apresenta as características das negociações cotidianas processadas no chão de fábrica e relata, a título de exemplo, um caso de negociação cotidiana que toma por objeto a organização do processo de trabalho da produção fabril de uma indústria de alimentos. Por fim, discute os alcances e os limites de tais negociações à luz da prevenção de agravos à saúde do trabalhador.This paper reflects on prevention of harm to workers' health by redesigning jobs. Assuming redesign as the process of negotiating organizational choices, the author discusses the characteristics of routine negotiation at the workplace, illustrated by daily negotiations in work process organization at a Brazilian food-processing factory. Finally, the author discusses both the range and limits of such negotiations in the prevention of harm to workers' health.

  13. Child and adolescent labor and smoking: a cross-sectional study in southern Brazil A associação entre trabalho de crianças e adolescentes e tabagismo: um estudo transversal no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marinel Mór Dall'Agnol

    2011-01-01

    Full Text Available This cross-sectional study assessed the association between smoking and child and adolescent labor among 3,269 individuals 10 to 17 years of age in Pelotas, Rio Grande do Sul State, in southern Brazil (excluding higher income census tracts in 1998. Adjusted hierarchical analysis was performed using Poisson regression. Prevalence of child labor was 13.8%. Current smoking prevalence was 6.3% in the sample as a whole (15.7% among working versus 3.4% among non-working children. In the multivariate analysis, smoking was significantly associated with child labor, with a prevalence ratio of 1.75 (95%CI: 1.30-2.36. Smoking was also associated with family characteristics (lower maternal schooling, mother currently without husband/partner, household members with alcohol or drug problems, single mother, and history of serious injuries, and the children's characteristics (age greater than 16 years, inadequate school performance, and externalizing behavior. The findings point to smoking as one of the harmful consequences of child labor and suggest the workplace as an appropriate target for smoking prevention.Este estudo transversal avaliou a associação entre o tabagismo e o trabalho de crianças e adolescentes, através de análise multivariada hierárquica por regressão de Poisson. Foram entrevistados, em seus domicílios, 3.269 jovens (10 a 17 anos, da população urbana de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil (excluídas áreas de maior renda, em 1998. A prevalência de trabalho infantil foi 13,8%. As prevalências de tabagismo atual foram 6,3% na amostra, 15,7% entre trabalhadores e 3,4% entre não trabalhadores. Após o ajuste para fatores de confusão, o tabagismo manteve-se associado ao trabalho infantil com razão de prevalência de 1,75 (IC95%: 1,30-2,36. O tabagismo manteve-se associado a características da família (menor escolaridade da dona da casa, ausência de seu companheiro, problemas como uso de álcool ou drogas, mãe solteira e acidente

  14. Cooperativas: uma possível transformação identitária para os trabalhadores do setor informal?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiane Girard Ferreira Nunes

    2001-12-01

    Full Text Available Buscamos, neste artigo, refletir sobre o impacto identitário e as dinâmicas que dele resultam a partir de diferentes formas de inserção no mundo do trabalho, mais especificamente, a partir da socialização dos trabalhadores do setor informal e das cooperativas. Consideramos, portanto, estes três elementos, que ressaltamos: os trabalhadores do informal que recebem entre um e três salários mínimos; os trabalhadores das cooperativas cuja remuneração se situa em torno do mesmo patamar; algumas noções para refletir sobre a identidade no trabalho e, por fim, os vínculos entre esses três elementos a fim de perceber as mudanças que se produzem numa parte importante do mundo que vive do trabalho.

  15. Fatores associados à capacidade para o trabalho e percepção de fadiga em trabalhadores de enfermagem da Amazônia ocidental Factors associated with work ability and perception of fatigue among nursing personnel from Amazonia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suleima Pedroza Vasconcelos

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os fatores associados à capacidade inadequada para o trabalho e à percepção de fadiga entre os profissionais de enfermagem. MÉTODO: Estudo transversal desenvolvido com 272 trabalhadores em um hospital de urgência e emergência de Rio Branco/Acre. A coleta de dados ocorreu por meio dos seguintes instrumentos: questionário sobre dados sociodemográficos, condições de trabalho e estilo de vida; Índice de Capacidade para o Trabalho - ICT; e Questionário de Percepção de Fadiga. Para análise dos fatores associados à capacidade inadequada para o trabalho e à percepção de fadiga elevada foi utilizada a regressão de Poisson bivariada e múltipla. RESULTADOS: A prevalência de capacidade inadequada para o trabalho foi de 40,8%, tendo como fatores associados: sexo feminino (RP = 1,84; IC95% 1,06 - 3,18; referir outro vínculo empregatício (RP = 1,71; 1,25 - 2,35; número de funcionários insuficiente (RP = 1,96; 1,10 - 3,47; tarefas repetitivas e monótonas (RP = 1,84; 1,24 - 2,72; três ou mais morbidades sem diagnóstico médico (RP = 1,48; 1,06 - 2,06; fadiga elevada (RP = 2,37; 1,81 - 3,12. A prevalência de fadiga elevada foi de 25,7% e os fatores associados foram: tarefas repetitivas e monótonas (RP = 1,74; 1,00 - 3,03; referir de três a cinco morbidades com diagnóstico médico (RP = 1,98; 1,00 - 3,11 e seis ou mais morbidades (RP = 3,79; 2,04 - 7,03, segundo a auto-avaliação do profissional. CONCLUSÕES: O estudo evidencia que grande parte população estudada apresenta capacidade inadequada para o trabalho e níveis elevados de fadiga, apontando para a necessidade de intervenções no plano individual (condições de vida e no ambiente de trabalho, principalmente no que tange aos aspectos organizacionais.OBJECTIVE: To analyze factors associated with inadequate work ability and perceived fatigue among nursing professionals. METHODS: A cross-sectional study was conducted involving 272 nursing personnel at

  16. Interdependência entre os níveis de atenção do Sistema Único de Saúde (SUS: significado de integralidade apresentado por trabalhadores da Atenção Primária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilian Magda de Macedo

    2014-12-01

    Full Text Available A Integralidade constitui um importante princípio do SUS, conquistado com as lutas do movimento sanitário brasileiro. Representa ampliação dos conceitos saúde e doença, abarcando os determinantes sociais das necessidades em saúde. Pesquisa com o objetivo de investigar os significados de Integralidade apresentados por trabalhadores da Atenção Primária foi desenvolvida em munícipio de médio porte paulista, envolvendo distintos modelos tecnológicos de organização do trabalho nas Unidades Básicas de Saúde. Dentre os resultados, a dimensão de Integralidade do Sistema apresentou-se com maior frequência, conforme análise a partir de grupos focais. Os trabalhadores apontaram dificuldades de integração e comunicação entre os níveis de atenção à saúde, determinadas por políticas sociais seletivas e serviços de média/alta tecnologia delegados ao mercado privado. Os aportes teórico-filosóficos do estudo pautaram-se na Psicologia Histórico-Cultural, a partir das categorias: trabalho/atividade; consciência; mediação e totalidade.

  17. What do petrochemical workers, healthcare workers, and truck drivers have in common? Evaluation of sleep and alertness in Brazilian shiftworkers O que têm em comum os trabalhadores da indústria petroquímica, profissionais de saúde e caminhoneiros? Sono e vigília entre trabalhadores em turnos no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frida Marina Fischer

    2004-12-01

    Full Text Available The article reports briefly on some effects of shiftwork and the work environment on health and wellbeing of shiftworkers. Studies of Brazilian shiftworkers (healthcare workers, petrochemical workers, and truck drivers are described. A similar methodology was used to evaluate sleep and alertness in all these studies. The evaluation of sleep duration and quality and alertness showed similar results in the three studies. Although the workers were in different work settings, performing different jobs, the results are similar: daytime sleep is reduced and perceived as having worse quality than nighttime sleep; alertness decreases as the night work progresses. The study highlights the importance of shiftwork schedules' features and work organization for workers' health, wellbeing, and safety.Este artigo apresenta de forma resumida os efeitos do trabalho em turnos na saúde e bem-estar dos trabalhadores. São apresentados estudos conduzidos em hospitais, indústria petroquímica e companhias de caminhões de carga. Foi utilizada metodologia semelhante nos estudos descritos para avaliação da duração e qualidade do sono, assim como do alerta durante o trabalho. Apesar dos trabalhadores realizarem tarefas bastante distintas, os resultados das avaliações de sono e alerta foram semelhantes: os trabalhadores após turnos noturnos apresentaram sono mais curto do que após outros turnos, comparados consigo mesmos e/ou com seus colegas de turnos diurnos. É enfatizada a importância da escala em turnos, assim como da organização do trabalho, para auxiliar os trabalhadores a manterem sua saúde, bem-estar e segurança no trabalho.

  18. The prevalence of musculoskeletal diseases among casual dock workers Prevalecía de enfermedades musculoesqueléticos entre trabajadores portuarios apulsos Prevalência de doenças musculoesqueléticas entre trabalhadores portuários avulsos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlise Capa Verde de Almeida

    2012-04-01

    , ratificando la importancia de construir subsidios clínicos en enfermería que colaboren para la cualidad de vida del trabajador portuario.O objetivo deste estudo foi identificar a prevalência de doenças musculoesqueléticas relacionadas ao trabalho, entre trabalhadores portuários avulsos. É estudo quantitativo, retrospectivo. A fonte de dados constituiu-se de fichas de atendimento médico dos trabalhadores portuários avulsos, no período de 2000 a 2009. A coleta de dados foi realizada em um serviço de medicina do trabalho portuário, a partir de formulário pré-determinado. Procedeu-se à análise quantitativa descritiva. Aspectos éticos foram respeitados. Identificaram-se 15,8% de diagnósticos de doenças osteomusculares, entre trabalhadores do sexo masculino. Predominaram indivíduos com mais de 52 anos de idade e com tempo de atuação laboral superior a 21 anos. As doenças osteomusculares prevalentes foram lombalgias (38,8%, tendinites (19,7% e cervicalgias (12,5%, que podem ser prevenidas por meio de ações interventoras em saúde, ratificando a importante construção de subsídios clínicos em enfermagem para a qualidade do trabalho portuário.

  19. Trabalho noturno e o novo papel paterno: uma interface difícil

    OpenAIRE

    Cia, Fabiana; Barham, Elizabeth Joan

    2008-01-01

    Aumentou a demanda por trabalhadores noturnos, ao mesmo tempo em que o papel masculino familiar se ampliou. Neste estudo, objetivou-se comparar as condições de trabalho, o bem-estar pessoal e o envolvimento familiar entre pais dos turnos diurno (n=36) e noturno (n=22), que preencheram um questionário composto por diferentes escalas. Comparados aos trabalhadores do turno diurno, os do noturno relataram ter maior apoio dos colegas de trabalho e dos supervisores, maior satisfação quanto aos bene...

  20. Relação entre satisfação com aspectos psicossociais e saúde dos trabalhadores Relationship between psychosocial job satisfaction and health in white collar workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carmen Martinez

    2004-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar se satisfação com aspectos psicossociais no trabalho está associada à saúde dos trabalhadores e verificar se essas associações são influenciadas por características sociodemográficas. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com 224 empregados de uma empresa de auto-gestão de planos de previdência privada e de saúde na cidade de São Paulo. Foram administrados quatro questionários auto-aplicados referentes a aspectos sociodemográficos, satisfação no trabalho e saúde (física, mental e capacidade para o trabalho. As associações entre variáveis foram analisadas por meio dos testes t-Student, Mann-Whitney, Kruskal-Wallis, coeficiente de correlação de Spearman e da análise de regressão linear múltipla. RESULTADOS: Satisfação no trabalho apareceu associada ao tempo na empresa (pOBJECTIVE: To identify whether psychosocial satisfaction at work is associated with workers' health and to verify if sociodemographic characteristics have an impact on these associations. METHODS: A cross-sectional study was carried out in 224 employees of a private managed care and retirement savings company in São Paulo, Brazil. Four self-administered questionnaires on sociodemographic features, job satisfaction, and health (physical, mental, and work ability were applied. Variables associations were analyzed using t-Student, Mann-Whitney and Kruskal-Wallis tests, Spearman correlation coefficient, and multiple linear regression analysis. RESULTS: Job satisfaction was associated with duration in the company (p <0.001 and job position (p=0.003, where greater satisfaction was observed among workers with shorter duration in the company and those in managing positions. Job satisfaction was associated with mental health and work ability (vitality: p<0.001; social aspects: p=0.055; emotional aspect: p=0.074; mental health: p<0.001; and work capacity: p=0.001. CONCLUSIONS: Job satisfaction is associated with workers' health regarding

  1. Saúde do trabalhador e a atenção odontológica: entre um novo modelo de atenção e a superespecialização Worker's Health and Dentistry Attention: between a new care model and over-specialization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex Elias Lamas

    2008-12-01

    Full Text Available Suplantar práticas e conceitos incoerentes com as propostas construídas no campo da saúde nas últimas décadas no País é um embate a ser travado pelos serviços de saúde que prestam assistência aos trabalhadores. Este trabalho discute a atuação profissional do cirurgião-dentista e contextualiza o reconhecimento e a regulamentação da nova especialidade da Odontologia do Trabalho, a partir de uma revisão da história das políticas públicas em saúde e da evolução dos conceitos de atenção à saúde do trabalhador. A própria discussão em torno da regulamentação da especialidade da Odontologia do Trabalho reverbera toda uma histórica incompatibilidade entre a racionalidade liberal e a criação de um novo modelo de atenção à saúde do trabalhador. Uma intervenção atenta às conquistas históricas registradas no arcabouço jurídico-institucional que compreenda as especificidades da re-estruturação produtiva no perfil epidemiológico do trabalhador deve fazer parte da construção desta especialidade e das práticas nesta linha de cuidado.To overcome practices and concepts which are incoherent with the new proposals built for the health area in the last decades is a challenge to be faced by health services providing care for workers in Brazil. The present study discuss the professional work of dentists, contextualizing and acknowledging the regulation of the new specialization called 'Occupational Dentistry' from a review of the history of health public policies and the development of concepts of workers' health care. The discussion over its regulation is marked by historical contradiction between a liberal rationality and the construction of a new care model. An intervention that takes into account the historical achievements guaranteed by law of the specificities of the third industrial revolution (change in the productive chain in the workers' epidemiological profile, must be part of the construction of this

  2. Repercussões do trabalho na saúde dos adolescentes trabalhadores Repercusiones del trabajo en la salud de los adolescentes trabajadores Impact of working in adolescent health workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Alcântara Pimenta

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar as repercussões à saúde em decorrência do trabalho realizado por adolescentes, em uma Fundação de Educação para o Trabalho em sua saúde. MÉTODOS: Estudo transversal, descritivo e quantitativo que investigou, entre abril e maio de 2010, 117 adolescentes trabalhadores da cidade de Ribeirão Preto (SP, por meio de um questionário multidimensional. A análise dos dados ocorreu por meio da estatística descritiva. RESULTADOS: A maioria era do sexo feminino (72,6%, com idade de 15 anos (80,3%, cor parda (60%, cursava o Ensino Médio (74,4%; apresentava renda familiar de até dois salários mínimos; morava com três a quatro membros da família e não havia trabalhado anteriormente (62,4%. A atividade mais exercida foi recepcionista (46,2% e auxiliar administrativo (37,6%; 92,3% trabalhavam quatro horas por dia ganhando meio salário mínimo. Para 37,6%, o trabalho causava alterações à saúde, tais como, dores em várias regiões do corpo (76,2% e problemas respiratórios. CONCLUSÕES: Houve repercussões na saúde dos adolescentes, possivelmente, por causa do trabalho.OBJETIVO: Identificar las repercusiones para la salud en consecuencia del trabajo realizado por adolescentes, en una Fundación de Educación para el Trabajo en su salud. MÉTODOS: Estudio transversal, descriptivo y cuantitativo que investigo, entre abril y mayo de 2010, a 117 adolescentes trabajadores de la ciudad de Ribeirão Preto (SP, por medio de un cuestionario multidimensional. El análisis de los datos se llevó a cabo por medio de la estadística descriptiva. RESULTADOS: La mayoría era del sexo femenino (72,6%, con edad de 15 años (80,3%, color parda (60%, cursaba la secundaria (74,4%; presentaba ingreso familiar de hasta dos sueldos mínimos; Vivía con tres a cuatro meiebros da familia y no había trabajo anteriormente (62,4%. La actividad más ejercida fue la de recepcionista (46,2% y auxiliar administrativo (37,6%; el 92,3% trabajaban

  3. Contratos, Novas Tecnologias e Produtividade do Trabalho entre os Avicultores do Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Armando Dalla Costa

    2008-01-01

    Full Text Available A avicultura brasileira apresentou nas últimas quatro décadas um conjunto de modificações ligadas à estrutura organizacional que englobam grande parte dos processos produtivos, administrativos e de organização do trabalho. A industrialização do setor teve início na década de 1960, impulsionada pelas empresas estabelecidas no Sul do Brasil, sobretudo a Sadia, Perdigão, Ceval, Frangosul, Aurora, entre outras. A produção passou de 217 mil toneladas em 1970 para 9,2 milhões de toneladas em 2006. Nesse mesmo período, o consumo interno brasileiro passou de 2,3 quilos para 36 quilos por habitante/ano e o preço do quilo de carne no varejo caiu de US$ 4,05 para menos de 1 dólar. Apesar desse forte aumento no consumo do mercado interno, a produção cresceu a ponto de tornar o Brasil o maior exportador mundial de frangos e derivados. Este artigo tem por objetivo analisar a influência dos contratos com os agricultores produtores de frango e as novas tecnologias empregadas nos aviários, ao longo desse tempo, e que tipo de transformações causaram na organização e na dinâmica do trabalho desses agricultores, chamados integrados. Para tanto procedeu-se a uma revisão na literatura e um levantamento junto aos produtores rurais e aos técnicos das empresas que lhes prestam assessoria, para identificar tais transformações. Concluiu-se que os contratos são um elemento-chave na relação com os integrados e que a produtividade no trabalho avançou em função das novas tecnologias e do saber acumulado pelos agricultores.Poultry production in Brazil went through significant changes in the last four decades, which embraced large part of the productive, administrative and labor organization processes. The industrialization of the sector began in the 1960s and 1970s, led by firms from the South of Brazil, including Sadia, Perdigão, Ceval, Frangosul and Aurora, among others. Production rose from 217.000 tons to 9.2 millions tons in this

  4. A Educação da Infância entre os trabalhadores rurais sem terra Infant Education Among Rural Landless Workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    2006-11-01

    Full Text Available As diferentes abordagens teóricas tracejadas historicamente sobre a infância têm nos permitido reconhecê-la em processo de construção. Além disso, é possível perceber na dinâmica dessa constituição os vários aspectos das situações que estamos vivendo em relação à educação infantil, manifestações que podemos observar nos diferentes grupos e classes sociais, dentre outros. Assim, explicitaram-se determinadas preocupações, inquietações, tensões e conflitos nesse movimento e originou-se a necessidade de investigar a vida infantil, com o pretexto de realizar um estudo descritivo e explicativo sobre a educação da infância, em um grupo específico de trabalhadores rurais, pertencentes a um movimento social organizado que luta por melhores condições de vida e trabalho, contra a expropriação, exploração e alienação. Um dos objetivos centrais do grupo é a luta pela terra. Desenvolvemos esta pesquisa no Acampamento Oziel do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST, no município de Goiânia em 2001. Diante dessas premissas, é que nos motivamos a transformar a educação da infância em nosso objeto de estudo, analisando como os trabalhadores rurais sem terra concebem a educação das crianças de seu grupo, como representam e pensam o processo educativo. PALAVRAS-CHAVE: Educação da infância - Grupo de trabalhadores rurais - Processo educativo. The different theoretical approaches historically traced involving infancy have allowed us to recognize it in construction processes. Moreover, it is possible to notice, in the dynamics of this constitution, the many aspects that create the situations we are now living in relation to infant education, manifestations that we can observe in different social groups and classes, among others. With this perception, certain preocupations, queries, tensions and conflicts arised in this movement, originating the need to investigate infant life, with the aim of

  5. O trabalho da enfermagem em unidades críticas e sua repercussão sobre a saúde dos trabalhadores El trabajo de la enfermería en unidades críticas y su repercusión sobre la salud de los trabajadores Nursing work in critical units and its repercussion over workers' health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmem Lúcia Colomé Beck

    2006-08-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo estabelecer relações entre o trabalho da enfermagem em unidades críticas e sua repercussão sobre a saúde dos trabalhadores. Foi realizada uma pesquisa exploratório-descritiva, do tipo qualitativa, que envolveu 46 trabalhadores de enfermagem (enfermeiros e auxiliares. Foram selecionados dois hospitais, um público e um filantrópico, sendo realizada a pesquisa nas unidades críticas de pronto-atendimento, unidade de terapia intensiva, unidade e ambulatório de hematoncologia e centro cirúrgico. Os instrumentos de coleta de dados utilizados foram a entrevista semi-estruturada e a observação do trabalho nos três turnos aplicadas no período de janeiro a junho de 1999. Teve como resultado o mapeamento de diversas doenças crônicas expressas por estes trabalhadores, bem como a verbalização da dificuldade dos mesmos em se cuidarem, assumindo a responsabilidade que lhes cabe sobre sua saúde.Este estudio tuvo como objetivo establecer relaciones entre el trabajo de enfermería en unidades críticas y su repercusión sobre la salud de los trabajadores. Fue realizada una investigación exploratorio-descriptiva, del tipo cualitativa, eso implicó a 46 trabajadores de enfermería (las enfermeras y ayudante. Habían sido seleccionados dos hospitales, un público y un filantrópico, siendo realizada la investigación en las unidades críticas de pronto-atención, unidad de terapia intensiva, unidad y ambulatorio de hematoncología y centro quirúrgico. Los instrumentos de colección de datos usados habían sido la entrevista semi-estructuralizada y la observación del trabajo en los tres turnos aplicadas en el período entre enero y junio de 1999. Tenía como resultado el mapeamento de las enfermedades crónicas expresas por estos trabajadores, bien como la verbalización de la dificultad de ellos a tomar cuidado de sí mismos, asumiendo la responsabilidad que cabe a ellos sobre su salud.This study had as objective

  6. Afastamentos do trabalho na enfermagem: ocorrências com trabalhadores de um hospital de ensino Retiros del trabajo en la enfermaría: ocurrencias en trabajadores en un hospital de enseñanza Nursing absenteeism: occurrences at a university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Beretta Barboza

    2003-03-01

    Full Text Available As condições laborais da equipe de enfermagem freqüentemente são marcadas por riscos, os quais repercutem em elevado absenteísmo e licenças-saúde. O objetivo deste estudo foi caracterizar os afastamentos entre trabalhadores de enfermagem de um hospital geral de ensino da cidade de São José do Rio Preto-SP, registrados durante o ano de 1999. Trata-se de uma investigação epidemiológica censitária, cuja coleta de dados foi efetuada por meio de consulta aos registros do Centro de Atendimento ao Trabalhador do hospital estudado. Os resultados indicaram que, no período, 333 trabalhadores envolveram-se em 662 episódios de afastamento. As licenças-saúde ocorreram, principalmente, por problemas geniturinário e doenças mal definidas entre enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem; e doenças dos órgãos dos sentidos, doenças infecta-parasitárias e doenças respiratórias entre os atendentes de enfermagem. Os dados obtidos subsidiam melhor análise dessa situação neste hospital e intervenções para melhoria das condições de trabalho vigentes.Las condiciones laborales del equipo de enfermería son frecuentemente marcadas por riesgos, situación que se refleja en un alto ausentismo e incapacidades médicas. El objetivo de este estudio fué caracterizar los retiros entre los trabajadores del equipo de enfermería de un hospital general de enseñanza de la ciudad de São José do Rio Preto-SP registrados durante el año de 1999. Se trató de una investigación por censo epidemiológico, cuya recolección de datos fue efectuada a través de la consulta a los registros del Centro de Atención al Trabajador del hospital estudiado. Los resultados indicaron que en este período 333 trabajadores estuvieron involucrados en 662 episodios de retiros. Las incapacidades ocurrieron principalmente por problemas génitourinarios y enfermedades mal definidas entre enfermeros, técnicos y auxiliares de enfermería; enfermedades de los

  7. Sentido do trabalho no discurso dos trabalhadores de uma ONG em Belo Horizonte The meaning of the work in the discourse of workers in a NGO from Belo Horizonte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliete Augusta de Souza Viana

    2011-04-01

    Full Text Available Este artigo busca explicitar o discurso enunciado por trabalhadores do Comupra - Conselho Comunitário Unidos pelo Ribeiro de Abreu, uma ONG de Belo Horizonte, sobre a relação sentido positivo/prazer e negativo/sofrimento do trabalho. Além de fator de adoecimento ou saúde, o trabalho é central na vida dos indivíduos e da sociedade e é um dos campos de estudo atualmente em expansão. Porém, no Terceiro Setor, ainda é pouco estudado. Entrevistas semiestruturadas foram o principal instrumento de coleta de informações. O tratamento delas foi feito utilizando-se a análise do discurso. Seis trabalhadores do Comupra foram entrevistados. As análises revelaram que o sentido positivo do trabalho tem predominância sobre o negativo. As vivências que promovem o prazer são mais significativas do que aquelas que causam o sofrimento, mostrando que a escolha por trabalhar no Terceiro Setor está associada a uma expectativa de transformação pessoal e da comunidade.The article's purpose is to reveal the discourse enunciated by the workers of the Comupra - Community Counsel United pro Ribeiro de Abreu, a NGO from Belo Horizonte, about the positive (pleasure or negative (suffering meaning they attribute to their work. Besides being a factor of illness and health, the work is central in individual and social lives and it is one of the fields of study presently in expansion. Yet, in the NGOs from the Third Sector, it is still not much studied. Semi-structured interviews were the main knowledge collection tool. The obtained information was treated by means of discourse analysis. Six workers from the Comupra were interviewed. The analyses revealed that the positive meaning of the work surpass the negative meaning. The situations in which pleasure occurs are taken as more important than those provoking suffering, showing that the choice for working in the third sector is associated to an expectation of individual and community changes.

  8. Trabalho-educação e dominação do trabalhador : a formação historica do caboclo serrano catarinense

    OpenAIRE

    Jesus, Samir Ribeiro de

    1992-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciencias da Educação Este trabalho tem por objeto de análise as relações histórico-educativas interligadas e interferentes do processo de habituação do caboclo serrano catarinense. As relações histórico educativas são enfocadas do ponto de vista do trabalho como categoria histórica e como princípio educativo. É, portanto, nesta perspectiva que o autor desenvolve sua análise, enfatizando, de maneira particular, dois ...

  9. Reinserção do trabalhador alcoolista: percepção, limites e possibilidades de intervenção do enfermeiro do trabalho Reinserción del trabajador alcohólico: percepción, límites y posibilidades de intervención del enfermero ocupacional Reinsertion of the alcoholic worker: perception, limits and possibilities of the labor nurse's intervention

    OpenAIRE

    Marilurde Donato; Regina Célia Gollner Zeitoune

    2006-01-01

    O estudo de cunho descritivo com abordagem qualitativa teve como objetivos identificar o conhecimento do enfermeiro do trabalho sobre o alcoolismo e o trabalhador alcoolista; descrever e analisar a sua percepção acerca da reinserção deste trabalhador no contexto laboral; e discutir as suas possibilidades e limitações de intervenções em relação a este trabalhador'. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas com roteiro semi-estruturado, realizadas nas empresas onde trabalhavam os 27 sujeit...

  10. Work organization and the health of bank employees Organización del trabajo y salud de empleados del banco Organização do trabalho e saúde de trabalhadores bancários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Lemos Silva

    2012-04-01

    sensación de pérdida de identidad profesional. Predominaron en las entrevistas sentimientos de frustración e inseguridad sobre el trabajo y la preocupación por la presión psicológica de la necesidad de logro de los objetivos.O setor bancário brasileiro passou por intenso processo de reestruturação e ocupou posição de liderança na incorporação de novas tecnologias e inovações organizacionais. A informatização do setor, aliada às novas formas de organizar o trabalho, resultou em mudanças que refletiram na saúde dos trabalhadores. Fundamentado no referencial teórico metodológico do materialismo histórico-dialético, este estudo, de caráter qualitativo, teve por objetivo investigar as condições de trabalho de bancários, para identificar em que medida as mudanças na organização do trabalho interferiram na saúde daqueles trabalhadores. Os dados foram coletados através de entrevistas com onze bancários. Os resultados revelaram, além de adoecimentos de ordem física por doenças ocupacionais, diretamente relacionadas à intensificação do trabalho, o aumento da incidência de sofrimento mental e sentimento de perda de identidade profissional. Predominaram, nos depoimentos, sentimentos de frustração e insegurança em relação ao trabalho e preocupação com a pressão psicológica, derivada da necessidade de cumprimento de metas.

  11. Licenças médicas entre trabalhadores da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo no ano de 2004 Sick leave among employees of the São Paulo State Health Department, Brazil, 2004

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arnaldo Sala

    2009-10-01

    Full Text Available O adoecimento dos trabalhadores, e o conseqüente absenteísmo, é tema relevante para o setor público, em virtude dos altos índices de afastamentos por doença verificados. Busca-se caracterizar o perfil de licenças médicas entre os funcionários da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES-SP, Brasil. Foram coletados dados dos 58.196 trabalhadores da SES-SP contratados sob regime jurídico do funcionalismo público no ano de 2004, bem como os respectivos episódios de licenças médicas. O percentual geral de absenteísmo por doença foi de 2,8%, com diferenças entre tipos de unidades da SES-SP e entre agrupamentos de funções exercidas. Os maiores percentuais de absenteísmo foram encontrados entre trabalhadores em funções operacionais (3,4% e em funções assistenciais (3,3% em hospitais. O total de dias de licença por doença de cada profissional apresentou associação com a função exercida, a faixa etária e o sexo. Os resultados apontam para a necessidade de estabelecer políticas que incidam sobre a organização do trabalho, com intervenções inovadoras nos espaços profissionais.Workers' illness and the resulting absenteeism is a relevant issue for the public sector, due to the high sick leave rates. The current study focused on the characteristics of sick leaves among employees of the São Paulo State Health Department in Brazil. Data from 2004 were collected for 58,196 public employees of the State Health Department, including the respective episodes of sick leave. The overall absenteeism rate due to illness was 2.8%, with differences between the Department's various divisions and job descriptions. The highest absenteeism rates were among hospital workers in operational (3.4% and patient care jobs (3.3%. Total number of sick leave days per worker was associated with job, age bracket, and gender. The findings highlight the need to establish policies to influence work organization with innovative interventions in

  12. TRABALHO E EMERGÊNCIA TEÓRICO-PRÁTICA DA REFORMA AGRÁRIA COMO INSTRUMENTO DE LUTA DOS TRABALHADORES NO BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Thomaz Junior

    2012-07-01

    Full Text Available Mobilizado essencialmente pelas disputas intercorporativas e afeito a “leitura” fetichizada do território sob o angulo de visão do capital, o trabalho se encontra distanciado da compreensão dos mecanismos de dominação, restrito ao regramento jurídico-político da delimitação dessa ou daquela categoria/corporação em consonância ao território delimitado pelo Estado, se nesse ou naquele município, a unicidade sindical. Então, na maioria dos casos, o trabalho não esta referenciado aos interesses de classe, das lutas empreendidas pelos movimentos sociais que recobrem os desígnios da classe trabalhadora, tais como projeto de desenvolvimento, reforma agrária.

  13. Por um diálogo de saberes entre pescadores artesanais, marisqueiras e o direito ambiental do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ingrid Gil Sales Carvalho

    2014-10-01

    Full Text Available O diálogo de saberes entre pescadores artesanais e marisqueiras sobre o direito a um meio ambiente de trabalho saudável se estabelece como um novo processo de reivindicação para as melhorias das condições de trabalho de populações afetadas por problemas ambientais em geral, e especialmente na Baía de Todos os Santos (BTS. As comunidades do entorno da BTS queixam-se ao Ministério Público Estadual dos efeitos danosos à saúde e ao ambiente das indústrias instaladas no Centro Industrial de Aratu e Porto de Aratu. Diversos pesquisadores das áreas de química, toxicologia, oceanografia, biologia e medicina da Universidade Federal da Bahia (UFBA vêm aprofundando estudos sobre os efeitos da contaminação da BTS em variadas publicações científicas. O objetivo deste artigo é refletir sobre a contribuição desse diálogo na área do direito ambiental do trabalho (DAT no Brasil. A metodologia deste estudo envolveu entrevistas semiestruturada, observação participante, análise documental. Conclui-se que legislação ambientalista/trabalhista do Brasil necessita incluir o diálogo de saberes para garantir o acesso a um meio ambiente de trabalho saudável para pescadores artesanais e marisqueiras.

  14. Entre Fios e Desafios: Indústria da Moda, Linguagem e Trabalho Escravo na Sociedade Imperialista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheila Daniela Medeiros dos Santos

    2017-12-01

    Full Text Available Este trabalho objetiva analisar a significação do conceito de slow fashion, presente nos interstícios da linguagem da moda e disseminado nas mídias sociais, no intuito de desvendar os pressupostos ideológicos contidos no uso deste termo como forma de combater o trabalho escravo na sociedade Imperialista. Para concretizar este estudo realizou-se uma pesquisa ancorada no referencial teórico de Vigotski (2007, 2009 e de Ortiz (2009, 2011. As análises dos dados revelam que não basta refletir sobre a descartabilidade da moda e aderir ao slow fashion como principal linha de ação para lutar contra o trabalho escravo nas cadeias produtivas da indústria da moda. A questão que prioritariamente se coloca é como perscrutar e enfrentar as imposições de um sistema econômico que se reestrutura de modo contínuo, no intuito de reinar soberano, reengendrando novas formas de organização de trabalho extremamente injustas, desiguais e desumanas.

  15. UM ESTUDO DA RELAÇÃO ENTRE O TRABALHO EM EQUIPE E A APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julia Hosana Santos Franco

    2011-06-01

    Full Text Available O artigo apresenta os resultados de pesquisa realizada acerca do trabalho em equipe e aprendizagem organizacional. Na pesquisa, o objetivo geral foi o de analisar as estratégias utilizadas pela gestão com pessoas para incentivar o trabalho em equipe, visando alcançar êxito no processo de aprendizagem no contexto organizacional. O artigo busca responder ao seguinte problema: quais estratégias são utilizadas pela gestão com pessoas para incentivar o trabalho em equipe visando êxito na aprendizagem organizacional? Para o desenvolvimento da pesquisa, recorreu-se ao estudo do caso da empresa BETA S/A, do setor siderúrgico, que resolveu implantar o trabalho em equipe. Nesse sentido, houve a oportunidade de pesquisarmos os desdobramento da prática e suas decorrências sob a ótica dos empregados das diversas áreas. Dentro do estudo foram realizadas 39 entrevistas com líderes e subordinados. Quanto aos resultados, inicialmente, verificou-se que apesar da literatura defender um perfil inovador e estratégico para a área de RH, considerando suas transformações para a valorização do profissional como alternativa para alcançar melhores resultados organizacionais, identificamos que a prática do trabalho em equipe carece de aprofundamento no estudo de suas iniciativas e conseqüências, sendo inclusive de difícil aplicação em qualquer organização.

  16. Educação contra a exclusão: trabalho infantil e abandono escolar: uma realidade entre dois mundos

    OpenAIRE

    Mateus, Maria do Nascimento Esteves; Ribeiro, Maria do Céu

    2009-01-01

    Este trabalho subordinado ao tema “Educação Contra A Exclusão - Trabalho Infantil e Abandono Escolar: Uma Realidade Entre Dois Mundos” teve como objectivo compreender as estratégias que a Escola EB2,3/S D. Afonso III – Vinhais concebeu para manter ou chamar de novo os jovens adolescentes que abandonam a escola em prol de um trabalho infantil ilegal e desqualificado.

  17. Riscos ocupacionais entre trabalhadores de enfermagem de uma unidade de terapia intensiva Riesgos ocupacionales entre trabajadores de enfermeria de una unidad de cuidados intensivos Occupational risks among a nursing staff working in an intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Médice Nishide

    2004-12-01

    Full Text Available Estudo descritivo no qual foram identificados os principais riscos ocupacionais a que estão expostos os trabalhadores de enfermagem de uma unidade de terapia intensiva. Os dados foram coletados por meio de entrevista individual, utilizando-se roteiro estruturado. Constatou-se que os trabalhadores estão expostos a riscos de acidentes relacionados aos procedimentos de assistência aos pacientes e ao ambiente laboral. Foi observado que a maioria dos trabalhadores utilizavam luvas, máscaras e aventais como barreiras de proteção, e um baixo percentual, óculos de sobrepor como medida de segurança. Concluiu-se que são necessárias mudanças no ambiente de trabalho para minimizar os riscos em procedimentos de assistência e no ambiente laboral, além de treinamento, conscientização de práticas seguras e fornecimento de dispositivos de segurança aos trabalhadores.Estudio descriptivo en el cual fueron identificados los principales riesgos ocupacionales a los que están expuestos los trabajadores de enfermería de una unidad de cuidados intensivos. Los datos fueron recolectados por medio de una entrevista individual, utilizándose un esquema estructurado. Se constató que los trabajadores están expuestos a riesgos de accidentes relacionados a los procedimientos de asistencia a los pacientes y al ambiente laboral. Fue observado que la mayoría de los trabajadores usaban guantes, máscaras y delantales como barreras de protección y un bajo porcentaje usaban anteojos de protección como medida de seguridad. El estudio dejó como conclusión la necesidad de modificaciones en el ambiente de trabajo para minimizar los riesgos en procedimientos de asistencia y del ambiente laboral, aparte del entrenamiento, concientización de prácticas seguras y ofrecimiento de dispositivos de seguridad a los trabajadores.This is a descriptive study that detected the main occupational risks to which the nursing staff working in an intensive care unit are exposed

  18. Condições de trabalho, características sociodemográficas e distúrbios musculoesqueléticos em trabalhadores de enfermagem Condiciones de trabajo, características sociodemográficas y disturbios músculo-esqueléticos en trabajadores de enfermería Nursing workers: work conditions, social-demographic characteristics and skeletal muscle disturbances

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Solange Bosi de Souza Magnago

    2010-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Verificar a prevalência de sintomas musculoesqueléticos entre trabalhadores de enfermagem de um hospital universitário público do interior do Rio Grande do Sul, e identificar variáveis sociodemográficas e laborais associadas a esses sintomas. MÉTODOS: Estudo transversal, envolvendo 491 trabalhadores de enfermagem de um hospital universitário do Rio Grande do Sul. Utilizou-se a versão brasileira do Nordic Musculoskeletal Questionnaire para identificação dos sintomas musculoesqueléticos. RESULTADOS: Entre os participantes, 96,3% referiram sentir dor em alguma região do corpo no último ano, 73,1 % nos últimos sete dias e 65,8% relataram dificuldade nas atividades diárias. A coluna lombar foi a localização mais freqüente referida pelos trabalhadores. Características sociodemográficas (ser mulher, extremos de idade, filhos pequenos, baixa escolaridade, obesidade, tabagismo e laborais (ser técnico ou auxiliar de enfermagem, trabalho noturno, alta demanda física no trabalho estiveram associadas a dor em várias regiões. CONCLUSÃO: Os resultados indicam necessidade de propostas participativas para a promoção da saúde e bem-estar no trabalho de enfermagem, envolvendo tanto gerentes hospitalares quanto trabalhadores.OBJETIVOS: Verificar la prevalencia de síntomas músculo-esqueléticos en trabajadores de enfermería de un hospital universitario público del interior de Rio Grande do Sul, e identificar variables sociodemográficas y laborales asociadas a esos síntomas. MÉTODOS: Estudio transversal, envolviendo 491 trabajadores de enfermería de un hospital universitario de Rio Grande do Sul. Se utilizó la versión brasileña del Nordic Musculoskeletal Questionnaire para identificar los síntomas musculo esqueléticos. RESULTADOS: Entre los participantes, 96,3% refirieron sentir dolor en alguna región del cuerpo en el último año, 73,1 % en los últimos siete días y 65,8% relataron dificultad en las actividades

  19. Work, wage and consumption: valuing and displaying among manufacturing workers Valor e expressão do trabalho, do salário e do consumo entre mulheres operárias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emília Margarida Marques

    2010-10-01

    Full Text Available When a former female manual worker decides to put on gel nails soon after losing the job that had prevented her from making up her hands (as someone in my fieldwork has recently done, it could be tempting to see a shift from a constrained worker identity to an unbound consumer identity materializing there. In the following pages, however, this episode and its local (and labour context are taken as starting points to attempt a further exploration and a more nuanced understanding of the relationship between work and consumption. On theoretical and empirical grounds, it is argued that, instead of conceiving work and consumption as separate and indeed opposite realms, a close link between them - with work providing a relevant context to the working person as a consumer, and consumption providing subjects a relevant arena where to perform the value of their work - should be acknowledged and scrutinized.Perante uma ex-operária que decide aplicar unhas de gel pouco depois de perder o emprego (cujas circunstâncias materiais lhe limitavam o arranjo das mãos, algumas influentes teorias da contemporaneidade encontrariam o exemplo acabado da transição de uma identidade operária, constrangida pelo trabalho, para uma identidade pós-trabalho, construída nas livres escolhas de consumo. Neste texto, porém, esse episódio e os respectivos contextos local e laboral são tomados como ponto de partida para uma exploração mais aprofundada das complexas relações entre trabalho e consumo. É criticada a ideia de separação, ou até oposição, entre ambos os campos de prática, propondo-se, pelo contrário, o reconhecimento e a discussão das suas estreitas ligações - designadamente, a presença do trabalho como contexto relevante para o trabalhador enquanto consumidor e a importância do consumo como lugar de expressão do valor do trabalho.

  20. Psychosocial aspects of work and musculoskeletal disorders in nursing workers Aspectos psicosociales del trabajo y disturbio músculo-esquelético en trabajadores de enfermería Aspectos psicossociais do trabalho e distúrbio musculoesquelético em trabalhadores de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Solange Bosi de Souza Magnago

    2010-06-01

    organizacional, redimensionando los niveles de demanda y de control en el trabajo.Este estudo objetivou avaliar a associação entre demandas psicológicas e controle sobre o trabalho e a ocorrência de distúrbios musculoesqueléticos em trabalhadores de enfermagem. Trata-se de estudo transversal, envolvendo 491 trabalhadores de enfermagem de um hospital universitário do Rio Grande do Sul, Brasil. Utilizaram-se versões brasileiras do Nordic Musculoskeletal Questionnaire e do Job Content Questionnaire. Dos participantes, 96,3% referiram dor em alguma região do corpo no último ano, 73,1% nos últimos sete dias e 65,8% relataram dificuldade nas atividades diárias. As chances de dor nos ombros (OR=1,97; IC95%=1,07-3,64, na coluna torácica (OR=1,83; IC95%=1,02-3,35 e nos tornozelos (OR=2,05; IC95%=1,05-4,02 foram maiores no quadrante de trabalho em alta exigência quando se comparou ao de baixa exigência, após ajuste por potenciais fatores de confusão. Faz-se necessária a adoção de medidas interventivas na estrutura organizacional, redimensionando os níveis de demanda e de controle no trabalho.

  1. Trabalho rural, exposição a poeiras e sintomas respiratórios entre agricultores Farm work, dust exposure and respiratory symptoms among farmers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neice Müller Xavier Faria

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: As condições ambientais do trabalho rural, em especial a exposição às poeiras orgânicas e minerais, têm sido associadas ao aumento de doenças respiratórias. O objetivo do estudo foi avaliar a prevalência de sintomas respiratórios entre agricultores e sua associação com fatores de risco ocupacionais. MÉTODOS: Estudo de delineamento transversal com 1.379 agricultores, de Antônio Prado e Ipê, na Serra Gaúcha, em 1996. Foram coletados dados sobre características sociodemográficas e produção agrícola, bem como a exposição a poeiras orgânicas e minerais. Os sintomas respiratórios foram aferidos por meio de questionário da American Thoracic Society-Division of Lung Disease modificado. Foi realizada análise de regressão logística múltipla, controlada para fatores de confusão. RESULTADOS: A maioria (52% dos entrevistados trabalhava em atividades com exposição intensa a poeiras. Os trabalhadores de estabelecimentos com melhores indicadores econômicos referiram menor freqüência de sintomas respiratórios do que os demais agricultores. Os avicultores relataram maior prevalência de sintomas de doença respiratória crônica (OR=1,60; IC 95%: 1,05-2,42. Os agricultores com exposição intensa a poeiras apresentaram uma elevação de mais de 70% no risco de sintomas de asma (OR=1,71; IC 95%: 1,10-2,67, como também de doença respiratória crônica (OR=1,77; IC 95%: 1,25-2,50. CONCLUSÕES: Os trabalhadores rurais apresentaram grande exposição ocupacional a poeiras orgânicas e minerais. Agricultores expostos a concentrações mais elevadas, como os avicultores, tiveram maior risco de apresentar sintomas respiratórios relacionados ao trabalho. Recomenda-se a implementação de programas de proteção respiratória, principalmente para os trabalhadores envolvidos com a produção de aves.OBJECTIVE: Environmental working conditions in rural areas, notably exposure to organic and mineral dusts, have been

  2. Alteração no comportamento alimentar de trabalhadores de turnos de um frigorífico do sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisângela da Silva de Freitas

    2015-08-01

    Full Text Available ResumoInvestigou-se a relação entre trabalho em turnos e o comportamento alimentar dos trabalhadores de um frigorífico do sul do Brasil. Estudo transversal com 1.206 trabalhadores, entre 18 e 50 anos, de ambos os sexos. Um questionário padronizado foi utilizado para as informações demográficas, socioeconômicas, turno de trabalho e hábitos alimentares. O turno de trabalho foi categorizado em diurno e noturno, com base nos horários de início e fim do turno. O comportamento alimentar dos trabalhadores foi avaliado da seguinte forma: número e tipo de refeições realizadas nas 24 horas de um dia habitual, inadequação dos horários dessas refeições e escore alimentar de risco. Este foi construído com base na classificação de risco do consumo semanal de 13 itens alimentares. Após o ajuste para possíveis fatores de confusão, os trabalhadores do sexo masculino, de cor de pele não branca e mais jovens tiveram maior probabilidade de apresentar comportamento alimentar de risco. Trabalhadores noturnos realizavam maior número de refeições/dia e apresentaram maior inadequação nos horários das refeições do que os diurnos. O turno de trabalho noturno pode influenciar negativamente no comportamento alimentar de trabalhadores desse período.

  3. Self-medication among nursing workers from public hospitals Automedicación entre los trabajadores de enfermería de hospitales públicos Automedicação entre os trabalhadores de enfermagem de hospitais públicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Reis Rocha Barros

    2009-12-01

    con el trabajo. La automedicación es una práctica frecuente en el equipo de enfermería y está asociada a diversos factores que deberían ser considerados en estrategias que buscan mejores condiciones de salud entre ellos.Este estudo investigou a prevalência de automedicação e fatores associados entre trabalhadores de enfermagem. Realizou-se estudo epidemiológico seccional que abrangeu 1509 trabalhadores de enfermagem de dois hospitais públicos no Rio de Janeiro. Os medicamentos foram identificados e classificados de acordo com o Anatomical Therapeutic Chemical Index. A prevalência de automedicação foi 24,2%, o grupo anatômico mais referido foi o sistema nervoso e o grupo terapêutico incluiu os analgésicos. A prevalência foi mais alta entre os mais jovens, aqueles com distúrbios psíquicos menores, não hipertensos, os que não faziam exercícios físicos, os que referiram doença ou ferimento nos últimos 15 dias, aqueles com maior número de doenças autodiagnosticadas, enfermeiros, de vínculo temporário, e os que referem maior envolvimento com o trabalho. A automedicação é prática frequente na equipe de enfermagem e está associada a diversos fatores que deveriam ser considerados em estratégias que buscam melhores condições de saúde entre eles.

  4. Um contraste entre as teorias cognitivas da consciência de Baars e Dennett: o espaço de trabalho global seria um teatro cartesiano?

    OpenAIRE

    Leite, Samuel de Castro Bellini [UNESP

    2013-01-01

    Este trabalho tem como objetivo geral realizar um contraste entre duas teorias cognitivas da consciência, a Teoria do Espaço de Trabalho Global de Bernard Baars (1988) e o Modelo de Esboços Múltiplos de Daniel Dennett (1991). Apesar de Dennett demonstrar apreciação pela Teoria do Espaço de Trabalho Global, sua teoria não aparenta ser muito compatível com a mesma. O objetivo específico deste trabalho é de verificar esta compatibilidade perguntando se as criticas de Dennett ao Teatro Cartesiano...

  5. A participação do trabalhador na fábrica: contrastes entre as propostas do modelo japonês e as propostas autogestionárias Employee participation in the company: contrasts between the Japanese model and the self-management proposals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Novaes

    2010-08-01

    Full Text Available Este artigo é resultado de uma pesquisa sobre a participação do trabalhador na empresa. Ele contrasta as propostas de participação ensejadas pelo modelo japonês com as de viés autogestionário. A revisão bibliográfica apresentada, cobre um espectro que vai das estratégias gerencialistas para cooptar a força de trabalho até a defesa de uma sociedade governada pelos produtores associados. Nossa conclusão é que as estratégias gerenciais - e aqui se insere o modelo japonês - atacam o que poderiam ser considerados sintomas (e não, as causas da alienação. Seu objetivo é que os trabalhadores decidam sobre tudo, menos sobre o essencial. Já as propostas autogestionárias propõem que o trabalhador participe da gestão dos problemas essenciais da empresa, da concepção de um novo tipo de processo de trabalho e da construção de uma sociedade produtora de valores de uso, de acordo com as possibilidades históricas. Existem entre elas diferenças que não se referem apenas ao grau de participação, mas à natureza desta participação.This article is the result of a research on the employees' participation in the company. It contrasts the proposals of participation suggested by the Japanese model with those of self-management. The literature review presented here covers a spectrum ranging from managerial strategies used to co-opt the labor force up to the defense of a society governed by the associated producers. The conclusion is that the managerial strategies - the Japanese model - attack the symptoms (and not the causes of the alienation. It proposes the employees' participation on everything, except that which is essential. The self-management proposals, on the other hand, suggest the participation of the employee in the management of the key problems of the company, in the establishment of a new type of work process as well as the creation of a society that produces use values, according to the historical possibilities. There

  6. Job control, job demands, social support at work and health among adolescent workers Controle, exigências, apoio social no trabalho e efeitos na saúde de trabalhadores adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frida M Fischer

    2005-04-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To evaluate physical and psychological dimensions of adolescent labor (such as job demands, job control, and social support in the work environment, and their relation to reported body pain, work injuries, sleep duration and daily working hours. METHODS: A total of 354 adolescents attending evening classes at a public school in São Paulo, Brazil, answered questionnaires regarding their living and working conditions (Karasek's Job Content Questionnaire, 1998, and their health status. Data collection took place in April and May 2001. Multiple logistic regression analysis was used to determine relations among variables. RESULTS: Psychological job demands were related to body pain (OR=3.3, higher risk of work injuries (OR=3.0 and reduced sleep duration in weekdays (Monday to Thursday (pOBJETIVO: Avaliar as dimensões físicas e psicológicas do trabalho de adolescentes (demanda de trabalho, controle no trabalho e apoio social e ambiental, relacionando-os a relatos de: dores no corpo, acidentes de trabalho, duração de sono e duração diária da jornada de trabalho. MÉTODOS: Participaram do estudo 354 estudantes do período noturno de escola pública no Município de São Paulo, entre abril e maio de 2001. Esses, responderam a questionário sobre condições de vida, trabalho (escalas Karasek de controle no trabalho e estado de saúde. Foram feitas análises de regressão logística múltipla a fim de determinar a relação entre variáveis. RESULTADOS: As exigências psicológicas mostraram-se associadas aos relatos de dores no corpo (OR=3,3, maiores riscos de ocorrência de acidentes de trabalho (OR=3,0 e redução da duração do sono durante os dias de semana (segunda a quinta-feira (p<0,01. Baixa autoridade de decisão (p=0,03 e maior segurança no emprego (p=0,02 estão relacionadas à maior duração da jornada diária de trabalho. CONCLUSÕES: Concluiu-se que não somente os estressores físicos, mas também os psicol

  7. Condição ocular entre trabalhadores de uma indústria metalúrgica brasileira Ocular condition in a brazilian ironmaster industry

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Zamudio Igami

    2008-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a condição ocular em população de trabalhadores de uma indústria metalúrgica paulista. MÉTODOS: Amostra de 2516 funcionários de uma fábrica na cidade de São Paulo foi submetida a uma avaliação oftalmológica como exame ocupacional periódico. Foi aplicado um questionário e realizado o exame de acuidade visual (Snellen e teste de Ishihara. Os funcionários com acuidade visual menor que 0,7 ou com diferenças maior que duas linhas ou que apresentassem alguma queixa ocular, passaram por avaliação complementar (biomicroscopia, refração, tonometria e fundo de olho. Prescreveu-se óculos conforme indicação. RESULTADOS: Houve predomínio do sexo masculino (62,5% e faixa etária de 20 a 29 anos (41%. A maioria não apresentava antecedentes oculares (97,6% ou sistêmicos (96,6%.A acuidade visual estava acima de 0,7 em 95,5% dos olhos e 84% não utilizavam correção. O diagnóstico final foi exame normal em 55% dos casos, presbiopia em 13.6%, astigmatismo miópico em 10% e hipermetrópico em 7,7% dos indivíduos. Baixa visão foi encontrada em 2,4%, cegueira unilateral em 0,4%, não havendo casos de cegueira ou de deficiência visual entre os trabalhadores. As principais causas de baixa visão foram erros refrativos e ambliopia. CONCLUSÃO: A maioria dos funcionários da indústria pesquisada apresentava exame oftalmológico normal e nenhum deles apresentava cegueira bilateral.PURPOSE: To evaluate the ocular condition in a brazilian ironmaster industry. METHOD: A prospective study was conducted in 2516 employees from an ironmaster brazilian industry in São Paulo city, Brazil. A questionnaire was applied and visual acuity and Ishihara test were performed in every individual. A complete ophthalmic evaluation (slit lamp examination, fundoscopy, tonometry and refractometry was done when the visual acuity was worse than 0.7 or when the worker had a greater diference between the eyes (more than two lines or when there were

  8. Trabalho e estresse: identificação do estresse e dos estressores ocupacionais em trabalhadores de uma unidade administrativa de uma Instituição Pública de Ensino Superior (IES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edward Goulart Junior

    2014-03-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2014v7n1p1 O artigo apresenta pesquisa realizada junto a servidores públicos de uma Instituição de Ensino Superior (IES que teve como objetivo diagnosticar a presença do estresse nessa população, a fase do estresse em que os indivíduos se encontram e a predominância de sintomas, se físicos ou psicológicos. Objetivou também caracterizar o quadro sintomatológico da população que experimenta estresse e os principais estressores do contexto de trabalho onde os participantes atuam. A pesquisa revelou que 46,6% dos participantes estão experimentando estresse, a sua maioria se encontra em fase de resistência com predominância de sintomas psicológicos. Entre os principais estressores dos contextos de trabalho, destacaram-se o ambiente físico do local de trabalho, infraestrutura do setor de trabalho, processo de avaliação de desempenho profissional adotado pela IES, baixo reconhecimento atribuído ao  trabalho realizado e o número reduzido de servidores em determinados setores. Os resultados revelaram a avanço da presença do estresse nessa amostra e a necessidade de ações adequadas de políticas e práticas de gestão de pessoas que visem atuar para minimizar esse fenômeno.

  9. Validade e confiabilidade do índice de capacidade para o trabalho (ICT em trabalhadores de enfermagem Validity and reliability of the work ability index (WAI in nurses' work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Henrique Almeida da Silva Junior

    2011-06-01

    Full Text Available Este artigo estima a validade e a confiabilidade do índice de capacidade para o trabalho (ICT em 1.436 trabalhadores de enfermagem de três hospitais públicos do Rio de Janeiro, Brasil. Foi estimada a validade dimensional, por meio de análise fatorial exploratória e também a validade correlacional, relacionando o ICT com construtos teoricamente relevantes. A confiabilidade foi avaliada pela análise de consistência interna utilizando o coeficiente alfa de Cronbach e ômega de McDonald. A análise fatorial indicou uma estrutura bidimensional, explicando 52,8% da variância acumulada para os componentes principais e 42% para os eixos principais. As hipóteses teóricas da validade de construto foram confirmadas com correlação direta e significativa do ICT com os escores de recompensa, controle e autoavaliação do estado de saúde; correlação inversa e significativa com a escala de necessidade de recuperação após o trabalho, distúrbios psíquicos menores, esforço, excesso de comprometimento e demanda. Concluiu-se que o ICT apresentou propriedades psicométricas adequadas.This article assesses the validity and reliability of the work ability index (WAI for 1,436 nurses in three public hospitals in Rio de Janeiro, Brazil. The study estimated the dimensional validity by means of exploratory factor analysis, as well as correlational validity, relating WAI to theoretically relevant constructs. Reliability was evaluated by internal consistency analysis, using Cronbach's alpha and McDonald's omega. Factor analysis indicated a two-dimensional structure explaining 52.8% of the accumulated variance for the principal components and 42% for the principal axes. The theoretical hypotheses for the construct's validity were confirmed, with direct and significant correlation between the WAI and the reward, control, and self-rated health scores; an inverse and significant correlation with the scale on need for recovery after work, minor psychological

  10. Estresse e transtornos mentais comuns em trabalhadores de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Luiz Lima da Silva

    2008-12-01

    Full Text Available O estresse é referido em estudos científicos como fator relevante no processo de determinação de agravos à saúde, incluindo os trabalhadores da saúde. O trabalho da equipe de enfermagem a coloca sob tensão e à mercê de riscos, dentre os quais os psicossociais e emocionais. Este estudo objetivou analisar a exposição ao estresse no trabalho, tendo como desfecho a ocorrência de transtornos mentais comuns (TMC entre profissionais de enfermagem. Trata-se de um estudo seccional realizado com 1182 trabalhadores de um hospital federal localizado no Município do Rio de Janeiro. A variável independente ¾ estresse no trabalho ¾ foi investigada através da escala resumida Job Stress Scale, adaptada para o português por Alves e colaboradores. O Modelo Demanda-Controle de Karasek e Theorell foi utilizado para avaliar as dimensões psicossociais estudadas. A variável dependente TMC foi avaliada de acordo com a versão reduzida do Self Reporting Questionnaire. A prevalência de TMC encontrada foi 23,6%, sendo 20,9% entre os trabalhadores permanentes e 26,4% entre temporários (p= 0,027. As maiores prevalências de TMC foram observadas no sexo feminino, entre os mais jovens, de maior escolaridade e sem filhos. Profissionais com trabalho de alta exigência (alta demanda e baixo controle apresentaram 3,6 vezes (IC 95%: 1,95-6,61 mais TMC do que aqueles com trabalho de baixa exigência (baixa demanda e alto controle. Em relação as variáveis laborais, as maiores prevalências observadas foram para profissionais com turno misto, alta carga horária e esforço físico acima da média encontrada. Na análise estratificada das categorias de estresse e do grau de demanda e controle no trabalhado, foi observado nítido gradiente tipo dose resposta. Foi constatada associação entre a exposição às dimensões de estresse e suspeição de TMC, após o controle do confundimento introduzido pelas variáveis, sexo, idade, carga horária, turno, grau de

  11. Prevalência de Diabetes Mellitus autorreferida entre trabalhadores de enfermagem Self-reported prevalence of Diabetes Mellitus among nursing workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cássia Andrade Martins

    2010-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Verificar a prevalência de Diabetes Mellitus autorreferida em trabalhadores de enfermagem de um hospital universitário; identificar os principais fatores de risco para o Diabetes Mellitus (DM e, entre os que já possuem a doença, identificar as dificuldades relacionadas a seu controle. MÉTODOS: Estudo epidemiológico transversal, realizado no período de agosto de 2007 a janeiro de 2008. Foram entrevistados 1.287 profissionais de enfermagem (82%, utilizando-se questionário contendo 22 questões fechadas. A análise dos dados foi realizada pelos testes Qui-quadrado e exato de Fisher. O teste t de Student foi empregado para as variáveis contínuas. RESULTADOS: Observou-se a prevalência de 3% de DM autorreferida. Os principais fatores de risco reconhecidos foram: idade, sexo, peso e histórico familiar. Detectou-se que o plantão noturno concentrava mais da metade dos diabéticos. CONCLUSÃO: A prevalência de DM autorreferida nesse hospital foi menor do que a esperada para a cidade de São Paulo. Dentre os fatores de risco encontrados, o sobrepeso é o único modificável. O plantão noturno concentra a maioria dos funcionários com diabetes.OBJETIVOS: Verificar la prevalencia de Diabetes Mellitus autorreferida en trabajadores de enfermería de un hospital universitario; identificar los principales factores de riesgo para la Diabetes Mellitus (DM y, entre los que ya poseen la enfermedad, identificar las dificultades relacionadas a su control. MÉTODOS: Se trata de un estudio epidemiológico transversal, realizado en el período de agosto de 2007 a enero de 2008. Fueron entrevistados 1.287 profesionales de enfermería (82%, utilizando un cuestionario que contenía 22 preguntas cerradas. El análisis de los datos fue realizado con las pruebas Chi-cuadrado y exacta de Fisher. La prueba t de Student fue empleada para las variables continuas. RESULTADOS: Se observó una prevalencia de 3% de DM autorreferida. Los principales factores

  12. O COTIDIANO DE TRABALHO DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE: ENTRE A DIFICULDADE E A POTÊNCIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deise Lisboa Riquinho

    2017-12-01

    Full Text Available Resumo O estudo objetivou analisar o processo de trabalho no cotidiano de agentes comunitários de saúde e as proposições de enfrentamento das adversidades comuns ao processo de trabalho no âmbito da Estratégia Saúde da Família de uma gerência distrital de saúde em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Tratou-se de estudo qualitativo com realização de grupos focais e entrevistas semiestruturadas, no período de agosto de 2015 a fevereiro de 2016. A análise ocorreu por meio de categorização temática. Os resultados emergiram a partir de quatro temas: o trabalho administrativo e a descaracterização do trabalho da agente comunitária de saúde; o cotidiano em equipe e suas condições de trabalho; as redes de atenção e sua descontinuidade no cuidado em saúde; e as táticas de enfrentamento entre as dificuldades e a potência. Ao se levarem em conta as interfaces entre o trabalho real e o prescrito, é inegável a necessidade de diálogo entre o controle social, profissionais e gestores para o enfrentamento das situações geradoras de sofrimento aos usuários e profissionais.

  13. Afastamento do trabalho por transtornos mentais e estressores psicossociais ocupacionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Silvestre Silva-Junior

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO: Introdução: Os transtornos mentais são a terceira principal causa de concessão de benefício previdenciário por incapacidade no Brasil. A exposição ocupacional a estressores psicossociais pode comprometer a saúde mental dos trabalhadores. Cabe ao perito médico previdenciário caracterizar se o adoecimento incapacitante está relacionado com as condições de trabalho. Objetivo: Avaliar os fatores associados ao afastamento do trabalho por transtornos mentais relacionados ao trabalho, em especial a percepção dos trabalhadores sobre fatores psicossociais no trabalho. Métodos: Estudo analítico realizado em São Paulo com 131 requerentes de auxílio-doença por transtornos mentais. Foram preenchidos questionários sociodemográfico, de hábitos/estilo de vida e fatores psicossociais no trabalho. Resultados: Os quadros mais frequentes foram transtornos depressivos (40,4%. Entre todos os requerimentos, 23,7% foram considerados relacionados ao trabalho. O perfil da maioria dos participantes era: sexo feminino (68,7%, até 40 anos de idade (73,3%, casado/união estável (51,1%, escolaridade igual ou superior a 11 anos (80,2%, não tabagista (80,9%, não ingeria bebida alcoólica (84%, fazia atividade física (77,9%. Sobre os fatores psicossociais, prevaleceu trabalho de alta exigência (56,5%, baixo apoio social (52,7%, desequilíbrio esforço-recompensa (55,7% e comprometimento excessivo (87,0%. Não houve associação estatística entre casos de transtornos mentais relacionados ao trabalho e as variáveis independentes. Conclusão: A concessão do benefício auxílio-doença acidentário não foi associada a variáveis sóciodemográficas, hábitos/estilo de vida ou fatores psicossociais no trabalho. A exposição ocupacional a estressores psicossociais esteve presente no relato da maioria dos trabalhadores afastados do trabalho por transtornos mentais. Entretanto, diversos casos não foram reconhecidos pela perícia m

  14. Avaliação do perfil de trabalhadores e das condições de trabalho em marcenarias no município de Viçosa-MG Evalution of workers' profile and work conditions joineries in Viçosa, Minas Gerais, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Regina Silva

    2002-11-01

    Full Text Available Esta pesquisa foi desenvolvida nos ambientes de trabalho de marcenarias localizadas no município de Viçosa, Minas Gerais, para realizar o levantamento do perfil dos trabalhadores e das condições de trabalho relacionadas às atividades exercidas em marcenarias, visando a melhoria da saúde, do bem-estar, da segurança, do conforto e da produtividade dos trabalhadores. O levantamento do perfil dos trabalhadores e das condições de trabalho foi realizado por intermédio da aplicação de questionários aos trabalhadores das marcenarias avaliadas e das observações e anotações realizadas durante a coleta dos dados. Pelos resultados obtidos, foram constatados diversos problemas relacionados aos marceneiros, como, por exemplo, cansaço, dores nas pernas e na coluna, alergia devido à utilização de produtos químicos e ao pó da madeira, falta de treinamento para exercer a profissão e praticamente nenhuma noção sobre segurança e higiene no trabalho. A incidência de acidentes relatados foi baixa; as mãos foram as partes mais afetadas por cortes leves, não tendo sido relatado nenhum tipo de acidente grave. Pôde-se constatar também que há necessidade de conscientizar os proprietários das marcenarias sobre a importância e os benefícios da segurança e higiene no trabalho para os seus funcionários.This work was carried out in joineries located in Viçosa, Minas Gerais, Brazil, to survey the profile of workers and work conditions related to the activities performed, aiming to promote health, welfare, safety, comfort and productivity of the workers. This survey was carried out by means of the application of questionnaires to the workers and from observations made during data collection. According to the obtained results, various problems related to the joiners were observed, such as fatigue, pain in legs and spine, allergies due to the use of chemicals and sawdust, lack of training for the work and almost none knowledge about work

  15. A invisibilidade das doenças e acidentes do trabalho na sociedade atual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    TEIXEIRA, Márcia Cunha

    2012-03-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é demonstrar que a saúde dos trabalhadores não tem merecido de fato visibilidade e a atenção da sociedade em geral, incluindo o Estado. A leitura de textos sobre a proteção jurídica à saúde do trabalhador, bem como de publicações de engenharia de segurança, de medicina do trabalho, de sociologia do trabalho e de psicologia social e do trabalho possibilitou o estudo da matéria, de natureza multidisciplinar, e de sua evolução, desde a Revolução Industrial até a criação da Organização Internacional do Trabalho (OIT, passando pelas etapas da medicina do trabalho, da saúde ocupacional, da saúde do trabalhador, até a vertente da qualidade de vida do trabalhador. A proteção jurídica à saúde do trabalhador é analisada por meio das normas em vigor, nos âmbitos internacional e nacional. As transformações ocorridas no mundo, com a globalização, a evolução tecnológica e as mutações que vêm ocorrendo desde a virada do século XX para o século XXI, com metamorfoses no processo de produção do capital repercussões no processo de trabalho, são enfocadas, para ressaltar que outras formas de adoecimento passaram a ter visibilidade entre os trabalhadores, como as Lesões por Esforços Repetitivos/Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (LER/DORT e os transtornos psíquicos. Por fim, este estudo examina, diante do atual crescimento econômico brasileiro, com milhões saindo de baixo da linha da pobreza, elevação de consumo e aumento da classe média, conjuntura que permite o desenvolvimento de obras, inclusive financiadas pelo poder público, se os agravos à saúde dos trabalhadores são visíveis e se o respeito às normas protetoras é praticado e incentivado por todos.

  16. Trabalhador contemporâneo e patologias por hipersolicitação Contemporary worker and work-related musculoeskeletal diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Peña Ghisleni

    2005-08-01

    Full Text Available As Lesões por Esforços Repetitivos (LER- também conhecidas como Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT e que se tornaram visíveis a partir da entrada da reestruturação produtiva- são vivenciadas por trabalhadores e expressam um dos sofrimentos advindos da relação do trabalhador com o trabalho. Buscamos neste artigo a compreensão de como as LER/DORT podem desenvolver-se no corpo do trabalhador contemporâneo com base em sua história de trabalho, pensando esta síndrome como uma subjetivação da relação entre o trabalhador e o trabalho. Esta pesquisa apresenta como proposta associar conhecimentos da área biomédica com conhecimentos da psicologia social, configurando uma abordagem interdisciplinar na busca de uma linguagem de interface entre profissões que possuem o mesmo enfoque - o trabalhador.Cumulative Trauma Disorders (CTD- which are also known as Work-Related Musculoeskeletal Disorders (WRMD and have stood out since an economic system rose based on production restructuring- are faced by workers and express suffering stemming from the relations between workers and work. We look into how CTD/WRMD develop in contemporary workers´ body, taking account of their work history and viewing such syndromes as the subjectivation of the relation between workers and work. We favor an interdisciplinary approach based on both the biomedical knowledge and the social psychology, in search for an interface language among the professions that have the same focus- the worker.

  17. Trabalho, saúde e subjetividade sob o olhar dos trabalhadores administrativo-operacionais de um hospital geral, público e universitário Work, health and subjectivity in the viewpoint of administrative and operational workers in a public general university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Desiree Luzardo Cardozo Bianchessi

    2009-01-01

    Full Text Available Este estudo se inscreve no campo da saúde do trabalhador, analisando o trabalho hospitalar a partir das experiências dos trabalhadores. O objetivo da investigação foi analisar o sofrimento dos trabalhadores da área administrativo-operacional e as estratégias de produção de saúde, em razão da frequente ocorrência de adoecimentos e afastamentos do trabalho. O campo conceitual articula os conceitos de trabalho, saúde e subjetividade, buscando a ampliação da análise dos aspectos centrados no diagnóstico clínico. Nas estratégias metodológicas parte-se dos pressupostos da pesquisa-intervenção, utilizando o grupo-dispositivo para operar no campo, aliado às entrevistas individuais, observações nos locais de trabalho e intervenção fotográfica. As análises apontam a configuração do sofrimento do trabalhador administrativo-operacional relacionada à vivência da invisibilidade, gerada pelos embates nas relações profissionais na organização do trabalho no hospital, onde seu lugar é associado ao desvalor e à desqualificação. Os jogos de verdade no hospital mostram que o trabalho reconhecido como tendo valor está ligado à medicina e ao lugar de destaque que o saber médico ocupa historicamente no hospital. Os trabalhadores estudados sugerem vivências de impotência frente às demandas dos pacientes e familiares, considerando as limitações impostas pelas políticas públicas na área de saúde. Frente aos tensionamentos originados nessas vivências, produzem estratégias ligadas à produção da saúde e ao enfrentamento do cotidiano de trabalho no hospital. A pesquisa intervenção propiciou agenciamentos múltiplos no grupo, tornando mais viável efetivar as transformações necessárias nas relações de trabalho, trazendo novos sentidos e buscando outros modos de subjetivação.This study falls within the field of occupational health, analyzing the hospital work from the experiences of workers. The purpose of this

  18. Enfrentamento de estresse no trabalho: relações entre idade, experiência, autoeficácia e agência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlete Portella Fontes

    Full Text Available Este trabalho constitui um estudo descritivo que investigou as relações entre as estratégias de enfrentamento de estresse no trabalho e o estresse percebido, a idade, o cargo e a experiência de trabalho, mediadas pelas crenças de autoeficácia e de agência, entre 71 líderes de uma companhia. Método: o trabalho incluiu um questionário de dados sociodemográficos, de escalas de avaliação do grau de estresse percebido, do enfrentamento no trabalho, de crenças de autoeficácia e de agência. O grau de estresse percebido foi 7(0-10. As estratégias de controle foram frequentemente utilizadas (M = 3,73 ; DP = ,49, esquiva, algumas vezes (M = 2,07 ; DP = ,50, e manejo de sintomas, raramente (M = 1,86 ; DP = ,44. A autoeficácia foi moderada (3,23, DP= 3,37. Foram encontradas correlações positivas entre experiência de trabalho e autoeficácia (,27, autoeficácia e controle (,53, crenças de agência pessoal e controle e autoeficácia (,67 e ,57, respectivamente. A análise de regressão logística multivariada mostrou que líderes com escores mais altos em estratégias de controle apresentaram escores mais altos em autoeficácia e agência. Conclusão: os resultados apontam o valor da experiência de trabalho, da autoeficácia e da agência para o envelhecimento e o enfrentamento dos estressores de trabalho, principalmente em tarefas que envolvem risco de vida, mostrando que as organizações deveriam valorizar sua mão de obra madura.

  19. Prevalência de distúrbios respiratórios e avaliação de vacinação contra a gripe entre trabalhadores Prevalence of respiratory diseases and evaluation of the influenza vaccination program for workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neice Müller Xavier Faria

    2002-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Apesar de a vacina contra a gripe ser considerada eficiente na prevenção da gripe e de suas complicações, ainda existem controvérsias sobre as vantagens de sua utilização em adultos sadios. Esta pesquisa foi desenvolvida para caracterizar a ocorrência de problemas respiratórios comuns, particularmente a gripe, e avaliar um programa de imunização contra a influenza entre trabalhadores. METODOLOGIA: Foi realizado um estudo de delineamento transversal entre trabalhadores da indústria. Foram coletados dados sobre características sociodemográficas e sobre problemas respiratórios. Foram caracterizadas as gripes ocorridas no último ano e avaliado o desempenho da vacina. RESULTADOS: Entre os 446 entrevistados, 18,3% apresentaram quadros intensos de gripes e a 11,7% foi concedido afastamento do trabalho devido a gripe. No geral, 70% dos funcionários avaliaram que no seu caso pessoal houve melhora na ocorrência de gripes após a vacinação. CONCLUSÕES: A avaliação positiva da vacina feita pelos funcionários e a baixa ocorrência de efeitos colaterais apoiam a manutenção do atual programa contra a influenza. Mas persistem várias dúvidas sobre as vantagens econômicas da vacina, indicando a necessidade de mais estudos sobre este tema.INTRODUCTION: The vaccine against influenza is an efficient way to prevent flu episodes and its complications; however, its economical advantages for healthy workers are still controversial. This study was developed to characterize the occurrence of common respiratory problems, especially influenza, and evaluate an influenza vaccination program for workers. METHODOLOGY: A cross sectional study was developed among factory workers. Data on socio-demographic characteristics and respiratory diseases were collected. Flu episodes during the past year were characterized and vaccination was evaluated. RESULTS: Among 446 interviewed workers, 18.3% presented influenza-like episodes and 11.7% were

  20. Perspectivas psicossociais para o estudo do cotidiano de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio de Oliveira

    2014-04-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo analisar o debate e o aprofundamento teórico e metodológico desenvolvido nos estudos sobre a vida cotidiana no trabalho. A investigação partiu do diálogo interdisciplinar entre a antropologia do trabalho, a ergologia e a psicologia social do trabalho e sistematizou as contribuições mútuas entre esses campos científicos, suas aproximações e seus afastamentos da tematização e da apropriação da atividade humana no trabalho sob a perspectiva do cotidiano. A análise comparativa destacou eixos que diferenciam as formas de aproximação ao objeto, que se referem às relações estabelecidas entre saberes práticos e técnico-científicos e aos modos de intervenção sobre as situações de trabalho. As abordagens comparativas compartilham o interesse em conhecer o trabalho real, o valor conferido aos conhecimentos dos trabalhadores e a sensibilidade às dimensões micropolíticas do cotidiano. Conclui-se que a localização em cada um desses eixos depende da maior ou menor filiação às tradições da antropologia ou da ergonomia.

  1. Capacidade para o trabalho de trabalhadores de empresa de tecnologia da informação Capacidad para el trabajo de empleados de empresa de tecnologia de la información Work ability of workers from an information technology company

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Inês Monteiro

    2006-10-01

    Full Text Available Estudo epidemiológico transversal que avaliou a capacidade para o trabalho entre trabalhadores de empresa de tecnologia da informação e telecomunicações, que utilizou o Índice de Capacidade para o Trabalho desenvolvido por pesquisadores finlandeses e questionário com dados sociodemográficos e estilo de vida. A maioria dos 173 sujeitos era casada (78%, homens (60,1%, média de idade 42,2a; curso superior completo (72,8%; com segundo emprego (13,9%; 69,4% praticavam atividade física; 12,1% fumavam; 50,3% utilizavam bebida alcoólica; 66,5% tinham doenças com diagnóstico médico sendo o distúrbio mental leve a mais freqüente. A capacidade para o trabalho foi moderada (9,2%, boa (42,2% e ótima (48,6%. No modelo de regressão logística os sem atividade física tinham 2,5 vezes mais risco de ter o ICT moderado/bom.Estudio transversal epidemiológico que tuvo como objetivo evaluar la capacidad para el trabajo entre empleados de una empresa de tecnología de la información y telecomunicaciones, utilizando el Índice de Capacidad para el Trabajo (ICT, desarrollado por investigadores finlandeses, además de un cuestionario con datos sociodemográficos y de estilo de vida. Participaron del estudio 173 sujetos, de los cuales 60,1% hombres, con edad promedia de 42,2a, 78% casados, 72,8% graduados en universidad, 13,9% tenían un segundo empleo; 69,4% practicaban actividad física, solamente 12,1% fumaban y 50,3% utilizaban bebida alcohólica. Las enfermedades con diagnóstico médico fueron reportadas por 66,5% siendo la perturbación mental leve la más frecuente. La capacidade para el trabajo de los entrevistados fue moderada (9,2%, buena (42,2% y óptima (48,6%. El modelo de regressión logistica indcó que los trabajadores sin actividad fisica tienen 2,5 veces más riesgo de tener ICT moderado/bueno.Cross sectional epidemiological study aimed to assess the work ability of workers at a telecommunications and information technology company

  2. Efeitos do trabalho sobre a saúde de adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frida Marina Fischer

    Full Text Available O estudo analisa conseqüências do trabalho para as condições de vida, saúde e desenvolvimento psicossocial de adolescentes. Participaram do estudo 354 estudantes de 14 a 18 anos, do ensino médio, período noturno. A análise das representações foi realizada a partir da coleta de evocações livres. Os dados sobre sono foram obtidos por meio de questionários, sobre auto-percepções acerca das condições de vida e trabalho, sintomas de saúde e doenças. A análise de dados foi realizada com o software EVOC 2000 e SPSS. Constataram-se diferenças significativas na duração média de sono entre os adolescentes: os trabalhadores relataram menores médias de duração de sono. Entre os trabalhadores, referiram dormir menos os que sentem sono no trabalho e nas aulas, têm maiores exigências psicológicas no trabalho, ganham acima de 1 salário mínimo mensal, jornadas acima de 6 horas diárias ou acima de 20 horas semanais, trabalham em local barulhento e com presença de gases e vapores. As representações do trabalho entre os jovens apontam contradição entre o seu reconhecimento como valor moral positivo para o desenvolvimento psicossocial e a construção da identidade, e as conseqüências negativas decorrentes da exposição a cargas físicas e psicológicas precocemente.

  3. Trabalho e responsabilidades familiares no Brasil: reflexões sobre os direitos do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa de Sousa Gama

    2013-02-01

    Full Text Available Entender a relação entre trabalho e vida familiar, no capitalis-mo, requer reconhecer que essas dimensões estão em conflito, adquirin-do novos contornos com a maciça entrada feminina no mercado detrabalho. A feminização dos mercados de trabalho coincidiu com a trans-formação da organização do trabalho e da produção, incrementandoessas tensões. A estas mudanças se associam as sociodemográficas que geraram variações na estrutura das famílias, criando uma nova relação entre demanda e oferta de cuidados. No artigo é analisada a evolução da legislação trabalhista e previdenciária quanto à proteção à maternidadee a “conciliação” entre trabalho e família, tendo por referência normas internacionais de proteção ao(à trabalhador(a e o exame de proposições recentes do legislativo brasileiro. Considera-se, desde uma  perspectiva de gênero, que a produção desta  legislação reflete possibilidades e limites das formas de intervenção do Estado brasileiro sobre a temática.

  4. Intensificação do trabalho no sistema bancário brasileiro: da terceirização à “desterceirização”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Gonçalves de Oliveira

    2015-06-01

    Full Text Available Este artigo é um esforço de análise do processo de flexibilização das relações de trabalho ocorrido no Brasil através do uso indiscriminado de mão de obra terceirizada, especialmente no sistema bancário, expandido e intensificado a partir dos anos 1990, quando o processo de terceirização assumiu um caráter paradigmático nas organizações empresariais brasileiras. Pretendemos, portanto, analisar a expansão do processo de substituição de trabalhadores diretos por trabalhadores terceirizados, bem como seus reflexos na organização do trabalho, na remuneração e proteção dos trabalhadores e na sua organização sindical. Este trabalho pontua alguns dos principais aspectos observados ao longo de mais de duas décadas de adoção do paradigma terceirizante no trabalho bancário brasileiro, entre os quais: o uso intensivo de mão de obra terceirizada em atividades essenciais ao trabalho nos bancos, o deslocamento massivo de trabalhadores da categoria bancária para empresas terceirizadas e mesmo um movimento inusitado de inflexão da prática terceirizante em um importante banco estatal.

  5. Associação da perda auditiva induzida pelo ruído com o tempo acumulado de trabalho entre motoristas e cobradores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Cordeiro

    Full Text Available Através da técnica da regressão linear múltipla, estudou-se a relação existente entre a perda auditiva induzida pelo ruído e as variáveis "tempo total acumulado de trabalho como condutor de veículos coletivos urbanos", "pressão arterial diastólica" e "idade", em uma população de 278 motoristas e cobradores usuários de um serviço de saúde ocupacional da cidade de Campinas, estado de São Paulo (Brasil. Os principais resultados encontrados foram uma associação positiva entre a perda auditiva e o tempo acumulado de trabalho, bem como a existência de uma interação entre esta variável e a idade dos condutores.

  6. Condições de trabalho e automação: o caso do soprador da indústria vidreira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Queiróz Maria de Fátima F

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar como o controle de tarefas e o uso de diferentes tecnologias e de estrutura organizacional determinam o processo de saúde-doença. MÉTODOS: O estudo foi desenvolvido em duas indústrias vidreiras -- automática e manual --, no Município de São Paulo, Brasil, entre 1996 e 1997. A metodologia utilizada teve como base a análise ergonômica do trabalho. A pesquisa foi realizada utilizando-se estudo de caso e comparações entre dois grupos de trabalhadores, incluindo observação direta dos postos de trabalho, entrevistas e um questionário respondido por 41 trabalhadores: 14 da sopragem manual de vidro e 27 da operação da máquina automática. O questionário estruturado versava sobre queixas de saúde e características do trabalho e do posto. RESULTADOS: A comparação entre os dois grupos de trabalhadores apontou diferenças estatisticamente significativas em relação às respostas sobre o nível de ruído, as ferramentas de trabalho, a variação de postura no posto de trabalho e as queixas de dores nos braços. Foram detectados fatores de risco, tais como repetição dos movimentos para os trabalhadores da indústria manual e fatores da organização do trabalho nas duas indústrias, tais como ritmo, participação em decisões importantes e treinamento. CONCLUSÕES: O uso da metodologia ergonômica mostrou-se adequada. O estudo confirmou a exposição dos trabalhadores a intensidades elevadas de ruído e a altas temperaturas. Na indústria manual, o trabalhador parece desempenhar um papel que o faz se sentir mais importante, pois ele realiza uma parte significativa do trabalho total, diferentemente do trabalhador da indústria automática que está "vigiando" um processo em que a máquina é a produtora.

  7. Condições de trabalho e automação: o caso do soprador da indústria vidreira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima F Queiróz

    2001-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar como o controle de tarefas e o uso de diferentes tecnologias e de estrutura organizacional determinam o processo de saúde-doença. MÉTODOS: O estudo foi desenvolvido em duas indústrias vidreiras -- automática e manual --, no Município de São Paulo, Brasil, entre 1996 e 1997. A metodologia utilizada teve como base a análise ergonômica do trabalho. A pesquisa foi realizada utilizando-se estudo de caso e comparações entre dois grupos de trabalhadores, incluindo observação direta dos postos de trabalho, entrevistas e um questionário respondido por 41 trabalhadores: 14 da sopragem manual de vidro e 27 da operação da máquina automática. O questionário estruturado versava sobre queixas de saúde e características do trabalho e do posto. RESULTADOS: A comparação entre os dois grupos de trabalhadores apontou diferenças estatisticamente significativas em relação às respostas sobre o nível de ruído, as ferramentas de trabalho, a variação de postura no posto de trabalho e as queixas de dores nos braços. Foram detectados fatores de risco, tais como repetição dos movimentos para os trabalhadores da indústria manual e fatores da organização do trabalho nas duas indústrias, tais como ritmo, participação em decisões importantes e treinamento. CONCLUSÕES: O uso da metodologia ergonômica mostrou-se adequada. O estudo confirmou a exposição dos trabalhadores a intensidades elevadas de ruído e a altas temperaturas. Na indústria manual, o trabalhador parece desempenhar um papel que o faz se sentir mais importante, pois ele realiza uma parte significativa do trabalho total, diferentemente do trabalhador da indústria automática que está "vigiando" um processo em que a máquina é a produtora.

  8. SATISFAÇÃO NO TRABALHO, COMPROMETIMENTO ORGANIZACIONAL E INTENÇÃO DE SAIR: UM ESTUDO ENTRE AS GERAÇÕES X E Y

    OpenAIRE

    Cappi, Mariana Nitz; Araujo, Bruno Felix von Borell de

    2015-01-01

    RESUMO Esta pesquisa analisa se há diferenças entre indivíduos das gerações X e Y quanto ao grau com que os antecedentes "satisfação no trabalho" e "comprometimento organizacional" precedem a intenção de sair do emprego. Para mensuração dos construtos foram utilizados três questionários validados em estudos anteriores, apresentados em uma escala tipo Likert de 5 pontos: o primeiro de Price e Mueller (1981) para analisar a satisfação no trabalho; segundo o de Mowday, Steers e Porter (1979) par...

  9. Estilo de vida de trabalhadores e sua relação com indíce econômico e setor produtivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graziela Meneghelli Cabrelli Pletsch

    2014-12-01

    Full Text Available As contínuas mudanças no mundo do trabalho e as características regionais do Brasil causam efeitos sobre a saúde do trabalhador. Para se avaliar o estilo de vida dos trabalhadores são utilizados questionários estruturados com indicadores relacionados à saúde. O objetivo deste artigo é descrever alguns indicadores de saúde dos trabalhadores de Santa Cruz do Sul, distribuindo os resultados conforme índices econômicos e setor em que atuam. Trata-se de uma pesquisa transversal, descritiva, exploratória e analítica, com uma amostra de 400 trabalhadores, de ambos os sexos. Com uma idade média de 31,95 anos e 58,8% dos trabalhadores representados por homens, verificou-se diferenças significativas entre o nível econômico com ‘satisfação corporal’ e ‘consumo de bebida alcoólica’. Para as variáveis ‘horário que costuma ir dormir’ e ‘hábito tabágico’ houve diferenças significativas tanto com nível econômico quanto para setor, sendo que também foram identificadas diferenças na distribuição entre estes elementos. Desta forma, evidenciam-se diferenças entre os trabalhadores quanto ao setor produtivo e nível econômico, indicando a necessidade de intervenções direcionadas e específicas, para que as mudanças no estilo de vida sejam efetivas.

  10. Entre conflitos e debates : a criação da Justiça do Trabalho no Brasil (1934-1943)

    OpenAIRE

    Ligia Lopes Fornazieri

    2014-01-01

    Resumo: Este estudo é dedicado à análise da criação e da legitimação da Justiça do Trabalho no Brasil, desde a sua previsão na Constituição de 1934 até a publicação da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), através das discussões ocorridas tanto no âmbito jurídico como político em torno do tema, tendo como ponto principal a discussão entre Oliveira Vianna, responsável pela elaboração do anteprojeto de organização da Justiça do Trabalho, Waldemar Ferreira, deputado encarregado de dar parecer...

  11. Prevalência de Transtorno Mental e Comportamental em Trabalhadores de Indústrias de Abate de Suínos e Aves no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Romilda Guilland

    2017-02-01

    Full Text Available No Brasil, no Paraná, a produção de alimentos de origem animal é uma das atividades econômicas que mais contrata força de trabalho, mas, também, é uma das que mais contribui para a ocorrência de adoecimentos, porém ainda se tem pouco conhecimento sobre os transtornos mentais. Trata-se de uma pesquisa epidemiológica de caráter descritivo acerca de transtornos mentais e comportamentais em trabalhadores de indústrias de abate de suínos, aves e outros pequenos animais do estado do Paraná. Foram utilizados dados secundários da Previdência Social brasileira, de 2008 a 2014. Os resultados apontaram que a maioria dos trabalhadores incapacitados têm entre 28 e 38 anos, são mulheres e apresentam prevalência de depressão. Houve prevalência do benefício auxílio-doença previdenciário em detrimento do auxílio-doença por acidente de trabalho, que possui nexo com o trabalho. Além disso, redução anual dos benefícios acidentários concedidos. Conclui-se que há dificuldade dos trabalhadores em obter o reconhecimento da doença como decorrente do trabalho, especialmente quando caracterizadas como transtornos mentais.

  12. Cochilos durante o trabalho noturno, necessidade de recuperação após o trabalho e percepção da fadiga entre profissionais de enfermagem

    OpenAIRE

    Aline Silva da Costa

    2010-01-01

    Introdução: A privação do sono noturno decorrente da atuação dos profissionais de enfermagem em plantões noturnos pode levar a queixas de fadiga e a dificuldade de recuperação após trabalho. No entanto, a permissão para dormir durante a jornada noturna, tem sido comum entre as equipes de enfermagem. Objetivo: Verificar se a ocorrência dos cochilos no trabalho, bem como a sua duração, eficiência, latência, alocação e qualidade subjetiva, estão associadas à necessidade de recuperação após o tra...

  13. TRABALHO, FORMAÇÃO HUMANA E HEGEMONIA: AS METAMORFOSES DO MUNDO DO TRABALHO E AS POLÍTICAS DE PRODUÇÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Leonardo Fonseca da Silva

    2015-12-01

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivo refletir sobre a relação entre os processos de trabalho e a formação humana no contexto das metamorfoses do mundo do trabalho em que emerge o regime de acumulação flexível. Para isso, apoia-se, sobretudo, na revisão de literatura. Baseado nos conceitos de hegemonia, processo de trabalho, políticas de produção e regimes fabris, analisa-se as maneiras pelas quais os modos emergentes de gestão e organização do trabalho se constituem em formas renovadas da pedagogia fabril com desdobramentos e implicações sobre a individualidade do trabalhador.

  14. ANÁLISE JUSLABORAL DA RELAÇÃO DE TRABALHO ENTRE MOTORISTAS POR APLICATIVO E A EMPRESA UBER: ASPECTOS E CONSEQUÊNCIAS SOCIOJURÍDICOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Murilo Martins

    2017-06-01

    Full Text Available A empresa Uber deu ensejo à formação de uma nova classe de trabalhadores, os motoristas por aplicativo. A natureza da relação dos motoristas com a empresa é controversa, tendo motivado ações trabalhistas para a discussão da existência de vínculo empregatício. Propõe-se analisar essa relação, além de seus impactos juslaborais tendentes ou não à precarização dos direitos trabalhistas. Adotou-se, como método de procedimento, a pesquisa bibliográfica e a análise de julgados; e, como método de abordagem, o dedutivo, visando verificar a existência ou não de relação de emprego, bem como aventar possíveis consequências jurídicas e sociais decorrentes desse modelo de trabalho.

  15. Justiça do trabalho: entre a “lei” e a “realidade” (1941-1945)

    OpenAIRE

    Bartmann, Tatiane

    2014-01-01

    A presente pesquisa objetiva analisar as relações de trabalho nas empresas fundadoras do Centro da Indústria Fabril do Rio Grande do Sul (Cinfa) e a atuação mediadora da Justiça do Trabalho conciliando ou julgando os processos trabalhistas movidos pelos empregados desses estabelecimentos. A investigação ocorre por meio dos processos trabalhistas individuais que tramitaram na 1ª Junta de Conciliação e Julgamento de Porto Alegre (1ª JCJ), órgão de primeira instância da Justiça do Trabalho, desd...

  16. AS INTERFASES DA QUALIFICAÇÃO DO TRABALHADOR BRASILEIRO NO CONTEXTO DA MUNDIALIZAÇÃO DO CAPITAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enéas Arrais Neto

    2017-03-01

    Full Text Available Este trabalho visa refletir acerca da relação dialética entre educação e trabalho, inserido no contexto de Mundialização do Capital e seus rebatimentos na qualificação profissional dos trabalhadores. Para tanto, o presente estudo é uma pesquisa bibliográfica, cujas leituras têm como núcleo central a relação entre trabalho e educação a partir de uma perspectiva histórico-dialética. Destacamos que o aporte teórico deste estudo é subsidiado pelo pensamento de Chesnais (1996, Alves (1999, Antunes (2010, Cunha (2000 e Ramos (2002. Consideramos que a relação entre educação e trabalho no contexto de Mundialização do Capital é resignificada, uma vez que no processo de Internacionalização do Capital ocorre uma remodelagem do espaço produtivo a nível mundial, além do acirramento da concentração de riqueza, acarretando na concorrência entre os trabalhadores e na exigência por qualificação profissional de acordo com as demandas do mercado de trabalho.  Essa processualidade atinge profundamente a educação profissional brasileira, cujos rebatimentos recaem na priorização de uma formação pautada na flexibilidade e na polivalência, de modo a atender as exigências da globalização e da crise do emprego.

  17. El fenómeno del acoso laboral entre los trabajadores de la universidad O fenômeno mobbing entre os trabalhadores da universidade The phenomenon of mobbing among university employees

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Justicia Justicia

    2007-12-01

    Full Text Available El objetivo del artículo es realizar una descripción del fenómemo mobbing -acoso laboral- en el contexto de la universidad. Los trabajos realizadossobre este problema no son muy prolíficos lo que puede explicar la gran dificultad para caracterizar el fenómeno en el ámbito universitario. En el presente trabajo presentamos los niveles de incidencia del acoso laboral entre la población universitaria, los tipos de acoso más frecuentes y los efectos producidos en las víctimas, con la finalidad de caracterizar y definir el problema. Al mismo tiempo, intentamos conocer la influencia de determinadas variables como la edad, género y tiempo de victimización. En este sentido, y de acuerdo con otros estudios realizados, encontramos diferencias estadísticas en función del género de las víctimas. Del mismo modo, los resultados apuntan que la frecuencia y duración del acoso laboral afectan negativamente a las víctimas provocando un empeoramiento de los efectos derivados del acoso.O objetivo deste artigo é realizar uma descrição do fenômeno mobbing -tormento e persecução no lugar do trabalho- no contexto da universidade. Há poucos trabalhos realizados sob este problema nos contextos de educação superior o que pode explicar a grande dificuldade para caracterizar o fenômeno no âmbito universitário. Neste artigo apresentamos os níveis de incidência entre a população universitária, os tipos de mobbing mais freqüentes e os efeitos produzidos nas vítimas com a finalidade de caracterizar e definir o problema. Ao mesmo tempo, tentamos conhecer a influência de determinadas variáveis tais como a idade, gênero ou o tempo de exposição ao fenômeno. Neste sentido, e em concordância com outros estudos realizados, encontramos diferenças estatísticas em função do gênero das vítimas. De igual forma, os dados apontam que a freqüência e duração da situação de persecução no trabalho afetam negativamente as vítimas provocando

  18. Inserção no mercado de trabalho e uso de drogas entre escolares de duas cidades de médio porte do sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Poletto

    2015-06-01

    Full Text Available Objetivo O início do consumo de drogas ocorre, geralmente, na adolescência. Entre os fatores associados a esse comportamento, está o trabalho. Este artigo analisa a associação entre a inserção no mercado de trabalho e o uso no ano de álcool, tabaco, maconha e cocaína, em uma amostra de 1.961 escolares de dois municípios de médio porte do Rio Grande do Sul. Métodos Foram estimadas razões de prevalência brutas e ajustadas, primeiramente, para sexo e idade e, posteriormente, para sexo, idade e supervisão do uso de internet no domicílio. Resultados Na análise bruta, a associação com a inserção no mercado de trabalho foi significativa para uso no ano de álcool, tabaco, maconha e cocaína. Na estimativa de razões de prevalência ajustadas para sexo e idade, apenas a associação com uso no ano de tabaco se manteve e desapareceu ao ajustar também para a variável de supervisão parental do uso da internet. Conclusões O fato de a associação não se manter após a análise ajustada indica que, entre escolares, portanto, adolescentes ainda vinculados à escola, inserção no mercado de trabalho e uso no ano daquelas substâncias se expandem de modo semelhante, mas muito mais influenciados pelo avanço da idade, por especificidades de gênero e de acordo com modelos de cuidado no ambiente doméstico.

  19. O efeito trabalhador adicional para filhos no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elzira Lúcia de Oliveira

    2014-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é testar a hipótese da existência do efeito trabalhador adicional para filhos no Brasil, procurando identificar se a situação de desemprego do chefe de família fará com que algum membro da família, cuja condição seja filho, transite para a População Economicamente Ativa - PEA. A base de dados utilizada foi a Pesquisa Mensal de Emprego - PME realizada pelo IBGE, que permite a construção de painéis para análise longitudinal de dados. A hipótese foi testada para pelo menos um filho com idade de 10 a 18 anos, entre 2002 e 2013, para as regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Salvador, Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro e Recife, que compõem a área de abrangência da PME. Este trabalho admite a existência de diferencial por sexo do chefe para o efeito trabalhador adicional de filhos de 10 a 18 anos. Os resultados mostraram haver um efeito positivo maior para chefes homens do que para chefes mulheres, sendo que a variável de transição do filho para a atividade não apresentou significância estatística que permitisse assumir a existência do efeito. Corroborou-se a hipótese da existência de diferencial por sexo, contudo no sentido oposto ao da hipótese assumida.

  20. Conocimientos sobre tuberculosis en trabajadores de la salud en una localidad de Bogotá D. C Conhecimentos sobre tuberculose entre trabalhadores da saúde em uma localidade de Bogotá D.C Knowledge on tuberculosis In health workers in a sector of Bogotá D.C

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Óscar Andrés Cruz Martínez

    2011-07-01

    trabalhadores com a leitura prévia e aceitação de participação mediante consentimento informado. Realizou-se uma caracterização geral dos trabalhadores e avaliaram-se os conhecimentos básicos sobre tuberculose. Os resultados evidenciaram que um 34% de trabalhadores atingiu um nível de conhecimento médio, um 32% nível inferior, um 27% nível baixo e só um 7% conseguiu um nível alto. Verificou-se, em geral, um déficit de conhecimentos sobre a doença, principalmente, em temas como diagnóstico, tratamento, período de transmissibilidade e medidas de biosseguridade. Verifica-se a necessidade de orientar ações que ampliem os conhecimentos sobre tuberculose nos trabalhadores da saúde, mediante a formação acadêmica, a facilitação de espaços para capacitação, o melhoramento das condições de trabalho e a articulação de atividades de pesquisa e extensão entre a academia e o Programa Distrital de Controle de Tuberculose.This article comes from a pre-graduate monograph to obtain the title of Professional Nurse, whose purpose was to identify the knowledge on tuberculosis in 117 health workers from 12 public and private health institutions connected to the tuberculosis prevention and control program of the District Health Secretariat (Secretaría Distrital de Salud, in a sector of Bogotá. To collect data, an evaluation instrument was designed and applied to workers prior reading and accepting participation through informed consent. A general characterization of workers was carried out and basic knowledge on tuberculosis was assessed. Results showed that 34% of the workers reached a mid level of knowledge, 32% reached a lower level and 27% a low level and only 7% reached the high level. In general, a deficit in knowledge on the disease could be observed, mainly in subjects such as diagnosis, treatment, transmission period and bio-safety measures. The need to take actions to increase the knowledge on tuberculosis among health workers through academic training

  1. Da segurança e medicina do trabalho à Saúde do Trabalhador: história e desafios da Revista Brasileira de Saúde Ocupacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Marçal Jackson Filho

    2015-07-01

    Full Text Available Resumo A Revista Brasileira de Saúde Ocupacional (RBSO é o periódico científico do campo da Saúde do Trabalhador publicado pela Fundacentro desde 1973. O percurso histórico, o desempenho atual, os desafios e as perspectivas futuras da RBSO são discutidos a partir de análise documental. A história da revista pode ser dividida em três períodos, começando durante o governo militar. No início, se constituiu em veículo de difusão de conhecimentos e da política de prevenção de acidentes, na qual a Fundacentro desempenhava papel central. No início dos anos 80 abre-se espaço para publicações de caráter técnico científico, assim como o campo da Saúde do Trabalhador surge em suas páginas. Em 2005-6, um processo de reestruturação é implementado, assegurando política e estruturas editoriais independentes. Desde 2006, 139 artigos originais e nove dossiês temáticos foram publicados; a Revista está indexada em 9 bases; Qualis/CAPES B1 na área Interdisciplinar e B2 em Saúde coletiva, com tendência ascendente no Fator de Impacto SciELO e índice h5 no Google Scholar. Todavia, a relativa baixa produção científica no campo e o alto índice de rejeição de manuscritos podem colocar em risco a sobrevivência do “lócus principal” para publicações científicas no campo da Saúde do Trabalhador.

  2. Trabalho em turnos e dimensões sociais: um estudo na indústria têxtil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Isabel Ferreira

    2013-09-01

    Full Text Available O trabalho em turnos tem sido associado a diversas consequências na vida dos trabalhadores. Este estudo analisa as consequências do trabalho em turnos ao nível familiar, social e organizacional e de que forma tais dimensões podem interferir na adaptação a estes horários. Foi utilizada uma amostra de 239 trabalhadores de uma empresa têxtil portuguesa, distribuídos pelos seguintes horários: convencional (08h-12h30/13h30-17h, 1º turno (06h/14h; turno da manhã, 2º turno (14h/22h; turno da tarde e 3º turno (22h/06h; turno da noite. Na coleta de dados foi usado um questionário para avaliar, entre outros aspectos, a relação do horário de trabalho com a vida conjugal, a vida social ou o apoio da empresa. Os resultados apontam para uma preferência dos trabalhadores relativamente ao 1º turno, tendo este obtido os melhores scores em todos os aspectos. O horário convencional, por sua vez, apresenta os scores mais reduzidos. Genericamente, os resultados apontam para a importância de dimensões sociais na gestão do tempo de trabalho.

  3. Atitudes e o prazer/sofrimento no trabalho em saúde mental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Mara Gonçalves

    2016-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: investigar a existência de relação entre os perfis atitudinais e a dinâmica prazer/sofrimento em trabalhadores de Serviços de Saúde Mental. Método: estudo quantitativo, descritivo-analítico, correlacional e transversal, realizado em 2014. Foram utilizados três instrumentos: questionário de caracterização, Escala de Opiniões sobre a Doença Mental e Escala de Indicadores de Prazer e Sofrimento no Trabalho, respondidos por 80 trabalhadores da Rede de Atenção Psicossocial de Alfenas-MG. Resultados: Autoritarismo revelou-se o perfil predominante. Quanto ao prazer/sofrimento no trabalho, a Gratificação foi considerada satisfatória, e os indicadores Liberdade, Desgaste e Insegurança, moderados críticos. Houve correlações positivas entre as atitudes mais favoráveis e os indicadores de prazer no trabalho. Os valores de ambas as escalas mostraram relações com variáveis sociodemográficas e profissionais. Conclusão: as atitudes menos favoráveis são predominantes e, apesar do sofrimento presente, esses profissionais sentem-se gratificados em relação ao trabalho.

  4. O RETORNO DOS JOVENS À ESCOLA: A CENTRALIDADE DO TRABALHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Borges Costa

    2016-06-01

    Full Text Available O artigo discute a EJA considerando a centralidade do trabalho no retorno dos jovens à escola. Investigou-se o perfil dos educandos do Proeja-Fic/Pronatec da rede municipal de Goiânia/GO considerando cento e oito questionários formulados pela Divisão de Ensino Fundamental de Adolescentes, Jovens e Adultos aos educandos de uma escola que experimenta a integração entre formação geral e qualificação profissional no ensino fundamental; e 14 (catorze entrevistas com educandos que declararam exercer alguma atividade profissional no momento. A pesquisa foi impulsionada pela reflexão sobre a situação dos jovens trabalhadores, apontando o trabalho enquanto motivação nesse retorno dos jovens à escola.

  5. Acidentes perfurocortantes entre trabalhadores de enfermagem de um hospital universitário do interior paulista Accidentes corto-punzantes entre trabajadores de enfermería de un hospital universitario del interior paulista Needlestick injuries among nursing staff members at a university hospital in the interior of São Paulo State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Rita Marin da Silva Canini

    2002-04-01

    Full Text Available Como mostra a literatura, o risco de trabalhadores da área da saúde adquirirem patógenos veiculados pelo sangue já está bem documentado e demonstra que a Aids e a hepatite B e C, adquiridas de maneira ocupacional, são, hoje, um fato concreto. Este estudo retrospectivo, de natureza descritiva, realizado em um Hospital Universitário, no ano de 1998, objetivou analisar os acidentes perfurocortantes que acometeram os trabalhadores de enfermagem. Os resultados evidenciaram que, dos 398 acidentes ocupacionais notificados oficialmente, 125 (30,40% foram perfurocortantes e 89 (71,20% ocorreram entre trabalhadores de enfermagem. As situações mais freqüentes de ocorrência se deram quando da administração de medicamentos (25,78%. Concluiu-se que os trabalhadores de enfermagem foram os mais atingidos pelos acidentes ocupacionais envolvendo material perfurocortante.Como muestra la literatura, el riesgo de adquirir patógenos diseminados por la sangre en trabajadores de la área de salud, ya esta bien documentado y demuestra que el SIDA y la hepatitis B y C adquiridas de manera ocupacional son hoy en día un hecho concreto. Este estudio retrospectivo, de naturaleza descriptiva, realizado en un Hospital Universitario, en el año 1998; pretendió analizar los accidentes corto-punzantes que afectaron a los trabajadores de enfermería. Los resultados evidenciaron que, de los 398 accidentes ocupacionales notificados oficialmente, 125 (30,40% fueron corto-punzantes y 89 (71,20% ocurrieron entre trabajadores de enfermería. Las situaciones más frecuentes de ocurrencia se dieron con la administración de medicamentos (25,78%. Se concluye que los trabajadores de enfermería fueron los más afectados por los accidentes ocupacionales con materiales corto-punzantes.The risk presented by health care workers of acquiring bloodborne pathogens is well documented by the literature, which shows that Aids and Hepatitis acquired in the work setting is a real fact

  6. O trabalho de manutenção em uma prefeitura universitária: entre dificuldades e realizações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Chalfin Coutinho

    Full Text Available As últimas décadas do século XX foram marcadas por intensas transformações nos setores produtivos nacional e internacional, entre as quais se destaca o processo de reestruturação produtiva. Este atingiu tanto o setor privado como o público. O objetivo desta pesquisa foi compreender de que forma essas mudanças afetaram uma universidade pública localizada no sul do País, mais especificamente sua prefeitura universitária, e quais sentidos lhe foram atribuídos pelos servidores técnico-administrativos ligados à área de manutenção. A técnica para coleta de informações foi o grupo focal. A análise de conteúdo aplicada ao material coletado possibilitou melhor compreensão do perfil dos entrevistados e dos sentidos que atribuíam aos seus trabalhos. Delinearam-se duas categorias: cotidiano/organização do trabalho e sentidos do trabalho. Foram encontradas diversas peculiaridades referentes ao serviço público e ao modo de gestão da prefeitura. Os sujeitos se perceberam privilegiados pela estabilidade que o serviço público lhes proporcionava e viam seu trabalho como fonte de realização pessoal e sustento financeiro. Contudo, demonstraram insatisfação com o não reconhecimento do seu trabalho pela comunidade acadêmica, por trabalharem em condições físicas e humanas caracterizadas como precárias, e também narraram sentimento de vergonha associado ao estigma de serem servidores.

  7. Memória de trabalho e função executiva – uma proposta de diálogo entre dois modelos teóricos

    OpenAIRE

    Melo, Luciene Bandeira Rodrigues de

    2011-01-01

    A classificação de função executiva, que corresponde a um sistema gerenciador que tem como atributo organizar uma sequência de ações a fim de atingir um objetivo, tem sido amplamente estudada por dois conceituados autores, quais sejam, Joaquin Fuster e Alan Baddeley. O objetivo deste trabalho teórico é propor uma fusão entre as ideias destes dois neurocientistas. Fuster postulou que a função executiva opera por meio de redes neurais interativas e sobrepostas (cógnitos), distribuídas nos córti...

  8. A flexibilização das relações de trabalho na saúde: a realidade de um Hospital Universitário Federal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheila Maria Parreira Alves

    2015-10-01

    Full Text Available ResumoEstudo de natureza histórico-social com objetivo de analisar as repercussões da flexibilização das relações de trabalho na realidade de um Hospital Universitário (HU. Utilizou-se como método a história oral temática e a análise triangulada entre as fontes, constituídas por depoimentos dos trabalhadores, documentos institucionais e literatura. Constatou-se que a flexibilização, impulsionada pela Reforma de Estado na década de 90, interferiu de maneira estrutural na trajetória desta Instituição que, a partir da política do Governo Federal de enxugamento do quadro de pessoal, adotou a terceirização para manutenção da força de trabalho, acarretando rotatividade dos trabalhadores, conflitos de ordens diversas, descontinuidade e desorganização dos processos de trabalho. Concluímos que a flexibilização das relações de trabalho tornou-se um entrave no âmbito deste HU, desestruturando os serviços, prejudicando estudantes e usuários, contribuindo para a precarização do trabalho e a desproteção social dos trabalhadores.

  9. Acidentes de trabalho em Barcelona (Espanha, no período de 1992-1993

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana F. Sampaio

    1998-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As estatísticas dos acidentes de trabalho, como qualquer outro sistema de notificação, devem servir de base para determinar prioridades e decidir quais medidas preventivas devem ser adotadas. Neste contexto, o objetivo do estudo é aprofundar a análise dos acidentes de trabalho através da utilização de técnicas estatísticas descritivas que permitam estabelecer a relação entre o número de acidentes de trabalho ocorridos em Barcelona (Espanha e as variáveis tipo de acidente, setor econômico, tamanho da empresa e tipo de contrato. MÉTODO: Como fonte de dados foi utilizado o sistema de notificação de acidentes graves e mortais ocorridos na cidade de Barcelona (Espanha, entre 1992 e 1993. Foram examinados 848 registros de acidentes de trabalho em trabalhadores do sexo masculino e a partir desses dados efetuou-se uma análise mediante modelos log-lineares. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Os resultados evidenciam que os acidentes traumáticos e o setor de construção têm uma associação positiva, verificada, da mesma forma, entre os acidentes de trânsito e o setor de serviços. Os acidentes traumáticos e de trânsito apresentaram uma associação com as pequenas empresas e os acidentes não traumáticos demonstraram associar-se com as grandes empresas. Verificou-se, ainda, associação entre os trabalhadores temporais e o setor da construção frente aos trabalhadores com contrato fixo, em que se constatou uma associação com os setores de indústria e de serviços. Foi verificada associação positiva entre os acidentes ocorridos com os trabalhadores temporais e as pequenas e médias empresas.

  10. Acidentes de trabalho em Barcelona (Espanha, no período de 1992-1993

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sampaio Rosana F.

    1998-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As estatísticas dos acidentes de trabalho, como qualquer outro sistema de notificação, devem servir de base para determinar prioridades e decidir quais medidas preventivas devem ser adotadas. Neste contexto, o objetivo do estudo é aprofundar a análise dos acidentes de trabalho através da utilização de técnicas estatísticas descritivas que permitam estabelecer a relação entre o número de acidentes de trabalho ocorridos em Barcelona (Espanha e as variáveis tipo de acidente, setor econômico, tamanho da empresa e tipo de contrato. MÉTODO: Como fonte de dados foi utilizado o sistema de notificação de acidentes graves e mortais ocorridos na cidade de Barcelona (Espanha, entre 1992 e 1993. Foram examinados 848 registros de acidentes de trabalho em trabalhadores do sexo masculino e a partir desses dados efetuou-se uma análise mediante modelos log-lineares. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Os resultados evidenciam que os acidentes traumáticos e o setor de construção têm uma associação positiva, verificada, da mesma forma, entre os acidentes de trânsito e o setor de serviços. Os acidentes traumáticos e de trânsito apresentaram uma associação com as pequenas empresas e os acidentes não traumáticos demonstraram associar-se com as grandes empresas. Verificou-se, ainda, associação entre os trabalhadores temporais e o setor da construção frente aos trabalhadores com contrato fixo, em que se constatou uma associação com os setores de indústria e de serviços. Foi verificada associação positiva entre os acidentes ocorridos com os trabalhadores temporais e as pequenas e médias empresas.

  11. Acidentes de trabalho não fatais: diferenças de gênero e tipo de contrato de trabalho Non-fatal occupational injuries: gender and job contract differences

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Santana

    2003-04-01

    Full Text Available No Brasil, trabalhadores sem vínculo formal de trabalho representam mais da metade da força de trabalho, cuja maioria é composta por mulheres. Neste estudo, estima-se a incidência anual de acidentes ocupacionais não fatais, e a sua distribuição por gênero e tipo de contrato de trabalho, em uma área urbana do Brasil. Dados provêm de um inquérito de base comunitária conduzido com uma amostra aleatória dos habitantes de Salvador, capital do Estado da Bahia. A população deste estudo compreende o total de pessoas entre 18 e 65 anos que referiram trabalho remunerado (n = 2.947. A coleta de dados baseada em entrevistas domiciliares individuais. A incidência anual de acidentes foi estimada em 5,80%, discretamente maior entre os homens (6,05% do que entre as mulheres (5,53%, ou entre trabalhadores sem contrato formal de trabalho (5,92% do que no grupo de comparação (5,67%, diferenças não estatisticamente significantes. A semelhança entre as freqüências de acidentes de trabalho entre mulheres e homens independentemente do tipo de contrato de trabalho apontam para a necessidade de maior atenção a estes eventos no sexo feminino, e entre os trabalhadores informais, amplamente ignorados nas estatísticas oficiais do país.In Brazil, workers without a formal job contract comprise more than half of the labor force, a contingent formed mainly by women. This study presents estimates of the annual incidence of non-fatal work-related injuries and their distribution by gender and type of job contract in an urban area of Brazil. This was a community-based study with a random cluster area sample of the inhabitants from the city of Salvador, capital of the State of Bahia. The study population included all individuals from 18 to 65 years of age who reported having a paid job (n = 2,947. Data were obtained through individual household interviews. The overall estimated annual incidence rate was 5.80%, with a non-statistically significant

  12. Associação entre características pessoais, organização do trabalho e presença de dor em funcionários de uma indústria moveleira Association between personal traits, labour organization and occurrence of pain in employees at a furniture manufacturer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Zenji Costa Tsuchiya

    2009-12-01

    Full Text Available Os distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho são afecções que atingem os tecidos moles. Têm um nexo causal com fatores de risco ergonômicos e um caráter insidioso e multifatorial, apresentando como sintoma comum dores musculoesqueléticas. O objetivo deste estudo foi investigar possível associação entre características pessoais, organização do trabalho e presença de dor em funcionários de uma indústria moveleira no município de Araçatuba, SP. Foi aplicado um questionário a uma amostra de 158 funcionários de diversos setores da empresa, com questões de caráter sociodemográfico (sexo, idade, trabalhista (setor, tempo de serviço, função desempenhada e jornada de trabalho semanal, bem como sobre sintomas dolorosos musculoesqueléticos. Dor foi relatada por 58,9% dos funcionários e relacionada de maneira significativa com o sexo (p=0,0001, setor de trabalho (p=0,0021, função desempenhada (p=0,0135 e jornada de trabalho semanal (p=0,0123. A dor predominou em mulheres, dependendo do setor, da função desempenhada e da jornada de trabalho semanal. Para tentar saná-la, a maioria dos trabalhadores usa medicamentos ou adota a atitude de ignorá-la. Os resultados sugerem a necessidade de intervenção fisioterapêutica preventiva.Work-related musculoskeletal disorders are diseases that affect the soft tissues. Of an insidious and multifactor nature, they often result from ergonomic risks, and show pains as a common symptom. This study searched for possible associations between personal features, labour organization and pain incidence among employees at a furniture manufacturer in the city of Araçatuba, SP. A questionnaire was administered to a sample of 158 employees from the company's different sectors in 2007, with questions addressing age and sex, labour issues (sector, seniority, position, and weekly working hours, as well as musculoskeletal pain symptoms. Pain was reported by 58.9% of the employees and

  13. Qualidade de vida, locus de controle e equilibrio entre esforço e recompensa no trabalho em profissionais de uma empresa de tecnologia da informação

    OpenAIRE

    Luciana Negri Teixeira Provazi

    2007-01-01

    Resumo: Objetivo: Avaliar qualidade de vida, locus de controle e percepção de equilíbrio entre esforço e recompensa no trabalho em profissionais de informática. Método: Noventa e nove profissionais foram submetidos aos instrumentos: Questionário de Qualidade de Vida Profissional; Escala de Locus de Controle no Trabalho; e Questionário de Desequilíbrio entre Esforço e Recompensa. Resultados: No âmbito da qualidade de vida no trabalho, os sujeitos com cargo de líder apresentaram carga de trabal...

  14. Relação entre percepção de justiça organizacional e satisfação no trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilse Maria Beuren

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: O estudo objetiva verificar a relação da percepção de justiça distributiva de recompensas, distributiva de tarefas, processual, interpessoal e informacional com a satisfação no trabalho. Método: Pesquisa de levantamento foi realizada com funcionários de prestadoras de serviços contábeis, obtendo-se 140 questionários válidos. A percepção de justiça foi analisada nas perspectivas distributiva das recompensas, distributiva das tarefas, processual, interpessoal e informacional. A satisfação no trabalho foi analisada em relação aos colegas, salário, chefia, o trabalho em si e promoções. Resultados: As correlações evidenciam fortes associações entre todas as dimensões de justiça. Os escores de percepção de justiça e de satisfação de alguns respondentes foram baixos, sendo que a maior percepção de justiça encontra-se na dimensão interpessoal, enquanto o maior nível de satisfação é com a chefia. As percepções de justiça e satisfação não foram afetadas por diferenças de gênero, idade, tempo de casa e metas. Entretanto, diferenças foram observadas no que concerne ao recebimento de remuneração variável. Contribuições: O estudo contribui para o refinamento teórico, ao analisar associações entre cinco dimensões de justiça e cinco categorias da satisfação no trabalho. Geralmente as percepções de justiça são analisadas em apenas três dimensões principais e a satisfação no trabalho é capturada no seu aspecto geral.

  15. Qualidade de vida no trabalho e distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho entre profissionais de enfermagem Calidad de vida en el trabajo y disturbios osteomusculares relacionados al trabajo entre profesionales de enfermería Quality of work life and work-related musculoskeletal disorders among nursing professionals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Rodrigues Costa Schmidt

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a associação de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT com os distúrbios osteomusculares (DORT entre profissionais de enfermagem que trabalham em bloco cirúrgico. MÉTODOS: Estudo de abordagem quantitativa, descritivo, transversal e correlacional, do qual participaram 211 trabalhadores de Enfermagem de 11 hospitais de Londrina-PR, Brasil. Para coleta de dados, foram utilizados três instrumentos: caracterização sociodemográfica e profissional, Escala Visual Analógica e o Questionário Nórdico. RESULTADOS: A maioria dos participantes era de auxiliares de enfermagem (62,6%, do sexo feminino (87,1%, casados (54,5%, com idade média de 40 anos. Dentre os participantes, 38,9% apresentavam queixas osteomusculares na região inferior das costas e 37,9%, na região dos ombros. Neste estudo, a QVT obteve associação estatisticamente significante com os distúrbios osteomusculares na região lombar e dos ombros nos últimos 12 meses (p=0,00. CONCLUSÃO: A ausência de lombalgia contribuiu significativamente para elevar a medida de QVT (p=0,010, embora o modelo final de regressão tenha explicado, apenas 22,6% da variância da medida de QVT.OBJETIVO: Evaluar la asociación de Calidad de Vida en el Trabajo (CVT con los disturbios osteomusculares (DORT entre profesionales de enfermería que trabajan en una área quirúrgica. MÉTODOS: Estudio de abordaje cuantitativa, descriptiva, transversal y correlacional, en la que participaron 211 trabajadores de Enfermería de 11 hospitales de Londrina-PR, Brasil. Para la recolección de los datos, fueron utilizados tres instrumentos: caracterización sociodemográfica y profesional, Escala Visual Analógica y el Cuestionario Nórdico. RESULTADOS: La mayoría de los participantes era de auxiliares de enfermería (62,6%, del género femenino (87,1%, casados (54,5%, con edad promedio de 40 años. De los participantes, 38,9% presentaban quejas osteomusculares en la región inferior de la espalda y

  16. ANÁLISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO DE OPERADORES DE CAIXA DE SUPERMERCADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucimara Ballardin

    2005-06-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve o objetivo avaliar as condições de trabalho e os postos de trabalho dos operadores de caixa dos principais supermercados da cidade de Santa Maria (RS.Um total de 60 operadores de caixa de 9 supermercados foram incluídos no estudo. A coleta de dados foi realizada através de questionários, mensuração do posto de trabalho (antropometria e mobiliário, observações diretas e aplicação do  check-list. Os resultados demonstraram condições de trabalho prejudiciais à saúde, como longas jornadas de trabalho e alta prevalência de desconfortos músculo-esqueléticos. A sintomatologia foi avaliada pelos trabalhadores como resultado de fatores relacionados ao trabalho, como movimentos biomecânicos de passagem e registro de mercadorias, posturas exigidas pelo posto de trabalho e mobiliário utilizado no posto de trabalho. As observações diretas analisaram as rotinas do trabalho e apontaram os movimentos realizados pelos operadores. A comparação entre medidas do mobiliário e antropometria demonstra incompatibilidade entre os componentes do posto de trabalho. A aplicação do  check-list confirmou o alto  risco de Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao  Trabalho e a necessidade de  melhorias nas condições de trabalho desta categoria profissional.

  17. Trajetórias de local de moradia, estudo e trabalho dos jovens brasileiros entre 2003 e 2011: uma análise de entropia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Dumont Oliveira

    2016-04-01

    Full Text Available Diversos estudos mostram que, em vários países, incluindo o Brasil, o período que os jovens permanecem na casa dos pais aumentou constantemente entre 1970 e 2000. O presente trabalho analisa a decisão dos jovens de sair da casa dos pais, a saída da escola e a entrada no mercado de trabalho, com o objetivo de identificar se o bom desempenho da economia brasileira entre 2003 e 2011 promoveu a aceleração dessas transições para a vida adulta. Utilizando os microdados da PNAD, calculou-se a proporção de jovens de 15 a 34 anos de áreas metropolitanas que moram com os pais, que estudam e que trabalham. Em seguida, utiliza-se a análise de entropia com o objetivo de analisar essas três dimensões conjuntamente. Os resultados sugerem uma quebra com o paradigma do prolongamento da juventude amplamente discutido nas últimas décadas: houve uma aceleração da transição para a vida adulta no período analisado.

  18. Atuação do Ministério do Trabalho na fiscalização das condições de segurança e saúde dos trabalhadores, Brasil, 1996-2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Donato Vasconcelos

    Full Text Available Objetivos:o estudo avalia a atuação do Ministério do Trabalho do Brasil no período 1996-2012, na área de segurança e saúde no trabalho (SST, com ênfase nas ações desenvolvidas em 2011.Métodos:analisa documentos e dados registrados no Sistema Federal de Inspeção do Trabalho relacionados à fiscalização das normas de SST pelos auditores fiscais do trabalho, especialmente as que exigem maior presença no ambiente laboral. Compara áreas de atuação com indicadores relacionados à incapacidade por acidentes e mortalidade no trabalho.Resultados:estimou-se que as ações em SST são executadas por 785 auditores (25,1% do quadro. Identificaram-se mudanças no perfil das ações de SST, com aumentos das sanções e dos embargos e interdições em razão de risco grave e iminente à saúde e à vida. As ações são, geralmente, pouco abrangentes e não se destinam aos setores com maiores taxas de mortalidade e invalidez resultantes de acidentes do trabalho.Conclusões:o modelo atual dilui excessivamente ações de SST dentro do conjunto das ações de inspeção do trabalho. Não prioriza a fiscalização em áreas que apresentam piores indicadores de morbimortalidade ocupacional e mantém um quadro insuficiente de auditores dedicados prioritariamente à SST. A atuação dos inspetores ocorre sem estrutura material e orçamentária adequadas e, por vezes, sem a formação técnica necessária.

  19. As condições de trabalho como fator desencadeador do uso de substâncias psicoativas pelos trabalhadores de enfermagem Las condiciones de trabajo como factor desencadenante del uso de sustancias psicoactivas por los trabajadores de enfermería The work conditions as unleash factor of the psychoactive substance use by the workers of nursing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Rose Costa Martins

    2007-12-01

    Full Text Available O estudo teve como objeto o uso de substâncias psicoativas pelos trabalhadores de enfermagem e sua relação com o trabalho. O objetivo foi analisar as condições de trabalho como fator desencadeador do uso de drogas pelo trabalhador de enfermagem. O referencial teórico estruturou-se a partir do conceito de drogas e modelos explicativos da drogodependência, apoiados nas concepções de Dejours (1999 e Laurell & Noriega (1989. Estudo descritivo de abordagem qualitativa com 40 sujeitos trabalhadores de enfermagem de clínica médica de um hospital universitário no Município do Rio de Janeiro, realizado em 2005 e 2006. Como instrumento de coleta de dados utilizou-se a entrevista semi-estruturada. Os resultados mostraram que a utilização de substâncias psicoativas pelos profissionais no local de trabalho pode estar relacionada com as condições de sobrecarga de trabalho e com a facilidade de acesso e que tais substâncias comprometem a sua saúde e o desenvolvimento de suas atividades laborais.El estudio tiene como objeto el uso de substancia psicoactivas por los trabajadores de enfermería y su relación con el trabajo. El objetivo fue analizar las condiciones de trabajo como factor desencadenante al uso de drogas por el trabajador de enfermeria. El referencial teórico se estructuró a partir del concepto de drogas y modelos explicativos de la drogodependencia, apoyado en las concepciones de Dejours (1999 y Laurell y Noriega (1989. Estudio descriptivo y enfoque cualitativo con 40 sujetos trabajadores de enfermeria, de clínica médica de un hospital universitário del Municipio de Rio de Janeiro- Brasil, realizado en 2005 y 2006. Como instrumento de recolección de datos, la entrevista semiestructurada. Los resultados revelan que la utilización de substancias psicoactivas, por los profesionales, en el local de trabajo, puede estar relacionada con las condiciones y carga excesiva de trabajo, con la facilidad de acesso y con las

  20. Participação nos lucros ou resultados e banco de horas: intensidade do trabalho e desgaste operário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Augusto Pina

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As transformações operadas no processo de trabalho na indústria automobilística no Brasil desde os anos 1990 apontam para o fortalecimento da gestão da força de trabalho como um dos determinantes do processo saúde-doença dos trabalhadores. OBJETIVOS: Discutem-se dois elementos da gestão: a participação nos lucros ou resultados (PLR e o banco de horas (BH e assinala-se a relação de ambos com a intensidade do trabalho e o desgaste operário. Métodos: Apóia-se em revisão bibliográfica e em análise dos acordos coletivos dos metalúrgicos do ABC-SP, entre 2001 e 2008. RESULTADOS: A análise realizada mostrou que a reorganização do tempo de trabalho, o prolongamento da jornada e a manutenção do elevado grau de intensidade do trabalho ocasionados pelo BH e as metas vinculadas à PLR exercem pressão sobre o trabalhador para o aumento quantitativo e qualitativo do trabalho, evidenciando que esses instrumentos gerenciais propiciam a intensificação do trabalho e o desgaste operário. Também afetam drasticamente o tempo de não trabalho fora da jornada, inclusive prejudicando a reposição e o desenvolvimento da capacidade biopsíquica do trabalhador. CONCLUSÃO: A PLR e o BH podem ser caracterizados como uma forma de administração por estresse que eleva e potencializa as cargas de trabalho e o desgaste operário.

  1. Sentidos atribuídos ao trabalho pelos trabalhadores da indústria automobilística no contexto da produção flexível: um estudo comparativo Brasil e Portugal

    OpenAIRE

    Nepomuceno, Luciana Holanda

    2017-01-01

    Tese de Sociologoa Económica e das Organizações A tese discute o trabalho e as relações de trabalho em sua inscrição histórico-cultural,buscando compreender os sentidos conferidos a ele no contexto do capitalismo em sua fase flexível, partirda ótica de quem o realiza. Partiu-se do entendimento de que a indústria automobilística se caracteriza como pioneira na organização da produção industrial conduzindo a novas formas de divisão, organização e relações de trabalho. Assim, delimitou-se ...

  2. Violência psicológica e assédio moral no trabalho: percepção e estratégias de enfrentamento de adolescentes trabalhadores

    OpenAIRE

    Samantha Lemos Turte

    2012-01-01

    Introdução - A violência no trabalho geralmente consiste em desequilíbrio nas relações interpessoais. Centra-se no abuso de poder, em ameaças e ações desrespeitosas. A violência psicológica no trabalho pode se apresentar como uma situação pontual ou de forma sistemática, como no assédio moral no trabalho. Ambos podem causar ou contribuir com várias psicopatologias, doenças psicossomáticas ou distúrbios de comportamento, conforme estudos divulgados pela Organização Mundial da Saúde e Organizaç...

  3. Auto-avaliação de saúde entre trabalhadores de uma indústria no sul do Brasil Self-rated health among industrial workers in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Doroteia Aparecida Höfelmann

    2007-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a prevalência de auto-avaliação de saúde negativa e seus fatores associados, entre trabalhadores industriais. MÉTODOS: Estudo transversal com amostra probabilística de 482 trabalhadores de indústria metal-mecânica de Joinville, estado de Santa Catarina, em 2005. As informações foram obtidas por meio de questionário auto-administrado e medidas antropométricas. Para estimar a magnitude de associação entre a auto-avaliação e variáveis, foram calculadas as razões de chances (RC com intervalos de confiança de 95%. Foram obtidos modelos logísticos múltiplos por meio de análise de regressão logística utilizando um referencial teórico hierárquico. RESULTADOS: A taxa de resposta foi de 98,6%. A auto-avaliação de saúde negativa foi referida por 16,6% dos trabalhadores. A maioria era do sexo masculino (84,8% e desenvolvia atividades predominantemente ligadas ao setor produtivo (79,4%. A queixa mais comum entre os trabalhadores foi dor nas costas (30,9%. Após modelagem estatística, as seguintes variáveis permaneceram associadas à auto-avaliação negativa de saúde: sexo feminino (RC=3,0; IC 95%: 1,5;6,2, inatividade física (RC=1,8; IC 95%: 1,0;3,4, tensão psicológica (RC=3,0; IC 95%: 1,6;5,6, falta de controle sobre a vida (RC=3,0; IC 95%: 1,5;6,1, referência a uma (RC=3,2; IC 95%: 1,4;7,2 ou duas ou mais doenças crônicas (RC=7,7; IC 95%: 3,4;17,8, licença de saúde de curta duração (RC=2,9; IC 95%: 1,5;5,5 e doença limitante (RC=2,8; IC 95%: 1,2;6,6. CONCLUSÕES: A prevalência de auto-avaliação de saúde negativa esteve associada às dimensões socioeconômica/demográfica, estilo de vida, psicossocial e situação de saúde. A variável que mais influenciou na auto-avaliação negativa foi a referência a mais de duas doenças crônicas.OBJECTIVE: To analyze the prevalence of negative self-rated health and its factors associates among industrial workers. METHODS: Cross-sectional study with

  4. Estresse e síndrome de burnout entre trabalhadores da equipe de Saúde da Família Estrés y síndrome de burnout entre trabajadores del equipo de Salud de la Familia Stress and burnout syndrome among workers of the Family Health team

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia de Lima Trindade

    2010-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Compreender o estresse laboral vivenciado pelos trabalhadores das equipes de Saúde da Família (ESF, do município de Santa Maria, Rio Grande do Sul e as implicações para sua saúde. MÉTODOS: Estudo descritivo, com integração de métodos quantitativos e qualitativos, desenvolvido com 86 trabalhadores de todas as ESF do município. Na primeira etapa, foi aplicado o Maslach Burnout Inventory (MBI e na segunda, foi aplicada entrevista semiestruturada com os 12 trabalhadores que apresentaram os maiores (seis e os menores (seis escores no MBI. RESULTADOS: A idade jovem teve associação estatisticamente significativa com os níveis de estresse apresentados pelos trabalhadores (p= 0,034. Os trabalhadores esgotados utilizavam formas de enfrentamento direcionadas às emoções, ou seja, recursos pessoais, enquanto os não esgotados resolviam os problemas do cotidiano laboral com apoio do grupo de trabalho. CONCLUSÃO: Os principais motivos para o desenvolvimento da Síndrome de Burnout estavam vinculados a problemas relacionais e organizacionais.OBJETIVO: Comprender el estrés laboral experimentado por los trabajadores de los Equipos de Salud de la Familia (ESF, del municipio de Santa Maria, Rio Grande del Sur y las implicaciones para su salud. MÉTODOS: Se trata de un estudio descriptivo con integración de métodos cuantitativos y cualitativos, desarrollados con 86 trabajadores de todas los ESF del municipio. En la primera etapa, fue aplicado el Maslach Burnout Inventory (MBI y en la segunda etapa, fue aplicada la entrevista semiestructurada con los 12 trabajadores que presentaron los mayores (seis y los menores (seis puntajes en el MBI. RESULTADOS: la edad joven presentó una asociación estadísticamente significativa con los niveles de estrés presentados por los trabajadores (p= 0,034. Los trabajadores agotados utilizaban formas de enfrentar los problemas utilizando las emociones, o sea, usando recursos personales, en cuanto que

  5. Alterações cognitivas em trabalhadores de uma empresa de processamento de dados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Graça Hoefel

    1992-02-01

    Full Text Available Realizou-se estudo de 191 trabalhadores de uma empresa federal de processamento de dados em Porto Alegre, RS, Brasil, em 1989, objetivando estudar déficits cognitivos. São analisadas as relações entre queixas de alteração de memória e os respectivos desempenhos em testes de avaliação cognitiva segundo três grupos de trabalhadores, o primeiro com atividades automatizadas e repetitivas (digitadores e dois outros com funções diversificadas. Utilizou-se um teste de rastreamento psiquiátrico para controlar esta possível variável de confusão. Existe uma alta prevalência de queixas de perda de memória (65,4%, apesar de não haver evidências significativas de problemas cognitivos. Observou-se uma associação estatisticamente significativa entre a presença ou não de queixas de memória e o desempenho no teste psiquiátrico. Sugere-se que futuros estudos enfatizem o aspecto de saúde mental e sofrimento psíquico para compreensão destas queixas, tendo em vista as características do processo de trabalho na informática.

  6. Alterações cognitivas em trabalhadores de uma empresa de processamento de dados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hoefel Maria da Graça

    1992-01-01

    Full Text Available Realizou-se estudo de 191 trabalhadores de uma empresa federal de processamento de dados em Porto Alegre, RS, Brasil, em 1989, objetivando estudar déficits cognitivos. São analisadas as relações entre queixas de alteração de memória e os respectivos desempenhos em testes de avaliação cognitiva segundo três grupos de trabalhadores, o primeiro com atividades automatizadas e repetitivas (digitadores e dois outros com funções diversificadas. Utilizou-se um teste de rastreamento psiquiátrico para controlar esta possível variável de confusão. Existe uma alta prevalência de queixas de perda de memória (65,4%, apesar de não haver evidências significativas de problemas cognitivos. Observou-se uma associação estatisticamente significativa entre a presença ou não de queixas de memória e o desempenho no teste psiquiátrico. Sugere-se que futuros estudos enfatizem o aspecto de saúde mental e sofrimento psíquico para compreensão destas queixas, tendo em vista as características do processo de trabalho na informática.

  7. Envelhecimento e capacidade para o trabalho dos trabalhadores de higiene e limpeza hospitalar Envejecimiento y capacidad para el trabajo de los empleados de higiene y limpieza hospitalar Aging and work ability of workers of a university hospital's cleaning and hygiene service

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Batista Andrade

    2007-06-01

    Full Text Available As mudanças demográficas ocorridas no Brasil mostram um aumento da população que está envelhecendo e em idade produtiva. Estudo com trabalhadores do Serviço de Higiene e Limpeza de um hospital universitário, não terceirizado, teve por objetivo avaliar a capacidade para o trabalho. Foi utilizado o Índice de Capacidade para o Trabalho, instrumento auto-aplicável, desenvolvido por pesquisadores finlandeses. Foram entrevistados 69 trabalhadores: 21,7% tinham ótima capacidade para o trabalho; 31,9% boa; 31,9% moderada e 14,5%, baixa. As doenças com diagnóstico médico mais freqüentes foram as lesões por acidentes, músculo-esqueléticas e cardiovasculares. O grupo etário de 50 a 60 anos obteve menor Índice de Capacidade para o Trabalho e maior número de doenças, afetando, portanto, a capacidade para o trabalho. Sendo assim, há necessidade do desenvolvimento de programas de promoção à saúde, tendo em vista a recuperação e manutenção da capacidade para o trabalho.El estudio ha sido hecho con trabajadores del Servicio de Higiene y Limpieza de un hospital universitario, ya que son empleados públicos y no son de empresas de terceros. Este estudio tuvo como objetivo evaluar la capacidad para el trabajo de estos funcionarios con distintas edades. Se ha utilizado el ICT (Índice de Capacidad para el Trabajo, instrumento auto-aplicable, desarrollado por investigadores finlandeses. La población ha sido compuesta por 69 trabajadores, siendo que el 21,7% tienen óptima capacidad para el trabajo; el 31,9% buena; el 31,9% moderada y el 14,5%, baja. Las enfermedades con diagnostico médico más frecuente han sido las lesiones por accidentes, las músculo-esqueléticas y las cardiovasculares. El grupo de más edad, de 50 a 60 anos, tuvo menor índice de capacidad para el trabajo y mayor número de enfermedades.This study was conducted with the cleaning personnel of a university hospital in the city of Campinas, State of São Paulo

  8. SATISFAÇÃO NO TRABALHO, COMPROMETIMENTO ORGANIZACIONAL E INTENÇÃO DE SAIR: UM ESTUDO ENTRE AS GERAÇÕES X E Y

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Nitz Cappi

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Esta pesquisa analisa se há diferenças entre indivíduos das gerações X e Y quanto ao grau com que os antecedentes "satisfação no trabalho" e "comprometimento organizacional" precedem a intenção de sair do emprego. Para mensuração dos construtos foram utilizados três questionários validados em estudos anteriores, apresentados em uma escala tipo Likert de 5 pontos: o primeiro de Price e Mueller (1981 para analisar a satisfação no trabalho; segundo o de Mowday, Steers e Porter (1979 para verificar o comprometimento organizacional; em terceiro, a análise da intenção de sair do emprego foi feita por meio do questionário de Shoere e Martin (1989. Em adição aos questionários, foram inseridas na pesquisa questões para levantamento de dados demográficos como idade, sexo, grau de escolaridade, ramo de atuação, nível hierárquico e local de residência. Foram obtidas um total de 320 respostas válidas e a relação entre as variáveis foi estudada por meio do método de Modelagem de Equações Estruturais, a fim de testar as hipóteses apresentadas, com a estimação PLS (Partial Least Squares - Path Modeling, através do software SmartPLS 2.0. Identificou-se um padrão de relações positivas e altamente significantes entre a satisfação no trabalho e o comprometimento organizacional, e relações negativas e significantes entre esses construtos e a intenção de sair do emprego para ambas as gerações X e Y. Na comparação entre gerações, os resultados sugerem que, para a geração X, a satisfação no trabalho mostrou-se como um antecedente mais forte do comprometimento organizacional e da intenção de sair do emprego, ao contrário do esperado. Entretanto, o comprometimento organizacional mostrou-se um antecedente mais forte da intenção de sair do emprego para a geração Y, conforme as expectativas. O estudo apresenta limitações quanto à amostra, ao método e à interpretação dos dados, bem como sugere

  9. Entre a vida e a morte de trabalhadores: imagens de desigualdade e diferenciação Autos processuais e narrativas da experiência social no Oeste do Paraná (aspectos de relações mantidas em serrarias, olarias e frigoríficos em meados do século XX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheille Soares de FREITAS

    2018-02-01

    Full Text Available Resumo Este artigo parte da identificação e seleção de processos criminais, ocupados com os trâmites investigativos da morte de determinados trabalhadores, para evidenciar relações construídas entre os sujeitos abordados na apuração criminal. Ao apontar a imbricação entre eles, pontuamos a historicidade de uma trama que anota aspectos expressivos da emergente ação industrial - materializada nas atuações de serrarias, olarias e frigoríficos - e a presença de trabalhadores nessas atividades. Essas relações, empreendidas a partir de meados do século XX, são destacadas com o interesse em discutir tensões sociais, suscitadas no processo de constituição territorial do Oeste do Paraná. Na documentação apresentada, promovemos a visualização de imagens da desigualdade e da diferenciação vivida por trabalhadores - fossem eles “sulistas”, “paraguaios” e/ou “nortistas” -, um convite para acessar essa experiência social por meio das ambiguidades e confrontações que compõem esse processo.

  10. Trabalho e educação entre jovens de 15 a 29 anos residentes no campo: desafios à ampliação da escolaridade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robson dos Santos

    Full Text Available Resumo: Este artigo compara as distintas formas de inserção no mundo do trabalho de jovens entre 15 e 29 anos de idade residentes no campo e respectivas características educacionais. A base de dados para a investigação foi a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Pnad/IBGE, relativa aos anos de 2004 e de 2014. A análise recorreu às estatísticas descritivas, com base nas quais busca explorar relações entre as diferentes formas e etapas de inserção laboral e as condições educacionais dos sujeitos. As análises apontaram a existência de associações entre o tipo de inserção laboral, a idade em que ela ocorre e os anos de estudo acumulados pelos sujeitos que vivem no campo.

  11. Varredores de rua: acidentes de trabalho ocorridos na cidade de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, Brasil

    OpenAIRE

    Silveira, Edilene Aparecida Araújo da; Robazzi, Maria Lúcia do Carmo Cruz; Luis, Margarita Antonia Villar

    1998-01-01

    O trabalho executado pelos garis ou varredores de rua é de remoção de detritos e entulhos presentes nos logradouros públicos. É considerado insalubre, pelo contato íntimo que expõe os trabalhadores a agentes presentes nos lixos urbanos. Como realizam suas tarefas em ambientes abertos, encontram-se submetidos a diversos tipos de agressões. O presente estudo teve como objetivo geral investigar os acidentes de trabalho registrados, ocorridos entre os garis, na cidade de Ribeirão Preto, Estado de...

  12. Saúde do trabalhador no Brasil: pesquisa na pós-graduação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santana Vilma Sousa

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar as tendências da produção de teses e dissertações em saúde do trabalhador no País. MÉTODOS: As unidades de estudo foram teses e dissertações elaboradas por pesquisadores brasileiros em cursos de pós-graduação no país ou no exterior. Buscaram-se teses e dissertações em acervos previamente compilados, na base LILACS e no portal Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes, por meio dos termos saúde do trabalhador, ergonomia, higiene ocupacional, toxicologia e saúde ocupacional. RESULTADOS: Foram encontrados 1.025 documentos, sendo sete anteriores a 1970. Entre 1970 e 2004, foram publicados 31 na década de 70, 121 na de 80, 533 na de 90 e 333 entre 2000 e 2004. O crescimento foi geométrico com fator aproximadamente igual a 4 a cada década. A maioria dos estudos trata de questões de grande relevância para a saúde pública no País, como doenças ósteo-musculares, saúde mental e trabalhadores da área de saúde. Chamou a atenção o pequeno número de trabalhos sobre o desemprego, o câncer e suas relações com a ocupação, trabalhadores do setor primário da economia e da construção civil, reconhecidos como os de maior risco para acidentes de trabalho fatais. CONCLUSÕES: O crescimento dos programas de pós-graduação em saúde pública e saúde coletiva no País nos últimos anos foi o fator mais importante para o aumento da produção de estudos na área da saúde do trabalhador. Embora exista um número crescente de estudos acadêmicos, persistem desafios a serem superados no futuro próximo.

  13. Saúde do trabalhador no Brasil: pesquisa na pós-graduação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Sousa Santana

    2006-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar as tendências da produção de teses e dissertações em saúde do trabalhador no País. MÉTODOS: As unidades de estudo foram teses e dissertações elaboradas por pesquisadores brasileiros em cursos de pós-graduação no país ou no exterior. Buscaram-se teses e dissertações em acervos previamente compilados, na base LILACS e no portal Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes, por meio dos termos saúde do trabalhador, ergonomia, higiene ocupacional, toxicologia e saúde ocupacional. RESULTADOS: Foram encontrados 1.025 documentos, sendo sete anteriores a 1970. Entre 1970 e 2004, foram publicados 31 na década de 70, 121 na de 80, 533 na de 90 e 333 entre 2000 e 2004. O crescimento foi geométrico com fator aproximadamente igual a 4 a cada década. A maioria dos estudos trata de questões de grande relevância para a saúde pública no País, como doenças ósteo-musculares, saúde mental e trabalhadores da área de saúde. Chamou a atenção o pequeno número de trabalhos sobre o desemprego, o câncer e suas relações com a ocupação, trabalhadores do setor primário da economia e da construção civil, reconhecidos como os de maior risco para acidentes de trabalho fatais. CONCLUSÕES: O crescimento dos programas de pós-graduação em saúde pública e saúde coletiva no País nos últimos anos foi o fator mais importante para o aumento da produção de estudos na área da saúde do trabalhador. Embora exista um número crescente de estudos acadêmicos, persistem desafios a serem superados no futuro próximo.

  14. Reflexões sobre os atuais modelos de gestão na produção da (inter subjetividade dos trabalhadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cabral, Patricia Martins Fagundes

    2008-01-01

    Full Text Available Neste artigo, propõe-se refletir sobre algumas repercussões dos atuais modelos de gestão na produção da subjetividade e intersubjetividade dos trabalhadores. Essa reflexão é feita de razão de que, na contemporaneidade, se é gente num mundo em que fatores como objetividade, controle e estabilidade estão sendo redimensionados. Vive-se em um momento de franco questionamento aos paradigmas que há pouco norteavam a sociedade e, conseqüentemente, de necessidade de novas formas de gestão organizacional, de atenção aos significados do trabalho e às relações estabelecidas com e entre os trabalhadores. O surgimento do pensamento sistêmico complexo indica a necessidade de atender às emergências implicam novas reflexões sobre a subjetividade do trabalhador, a gestão por competências, a responsabilidade social e a sustentabilidade, sugerindo que relações de trabalho mais eficazes, mesmo que temporárias, podem ser úteis e satisfatórias a todos os envolvidos nessa rede de interações

  15. Estratégias de biossegurança dos trabalhadores da saúde no cuidado às pessoas com HIV/AIDS (1986-2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Vieira Villarinho

    2014-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar as estratégias de biossegurança utilizadas pelos trabalhadores da saúde de um hospital referência em doença infectocontagiosas, no cuidado às pessoas com HIV/AIDS, no período de 1986 a 2006. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo qualitativo com perspectiva sócio-histórica que utilizou a História Oral para a realização de entrevistas com 23 trabalhadores da saúde. Resultados: Apartir da análise de conteúdo de Bardin emergiram duas categorias: Busca pelo conhecimento sobre a AIDS no início da epidemia; e mudança no processo de trabalho: estratégia de biossegurança à minimização do acidente de trabalho. Conclui-se que foi necessário e correto investir na segurança por meio de ações educativas e preventivas que promoveram transformações culturais, que produziram maior simetria entre os trabalhadores da saúde, sobretudo da enfermagem, e enalteceram o cuidado de si, no cuidado às pessoas, independente do seu diagnóstico soropositivo para o HIV.

  16. ASPECTOS DA MICROESTRUTURA DE VOCABULÁRIOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS: A NECESSIDADE DE UM TRABALHO CONJUNTO ENTRE TERMINÓLOGOS/LINGÜISTAS E ESPECIALISTAS.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosiane Cristina Gonçalves Braga

    2016-01-01

    Full Text Available Este texto analisa as definições e o sistema de remissivas de três termos de dois dicionários especializados na área de telefonia. Para tanto, examina os enunciados definicionais à luz do que rege as normas ISO 1087 e 704 e verifica a rede de remissivas e sua eficiência, salientando a importância das remissões para a reorganização do saber da área por parte do consulente. Por fim, enfatiza a necessidade e sucesso do trabalho conjunto entre terminólogos lingüístas e especialistas das áreas na produção de dicionários especializados. Palavras-chave: definição, sistema de remissivas, dicionário especializado

  17. Congruência (e incongruência entre valores percebidos e nível gerencial: o caso de uma cooperativa de trabalho médico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rebeca Ribeiro de Barcellos

    2011-04-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é o de apresentar os dados de uma pesquisa que buscou investigar a congruência dos valores organizacionais de uma cooperativa de trabalho médico entre os seus níveis gerenciais tendo em vista as transformações por que passou a organização nos últimos anos. A pesquisa desenvolvida foi essencialmente qualitativa. A idéia principal do trabalho centrou-se nas percepções dos colaboradores de diferentes níveis gerenciais acerca dos valores organizacionais. A principal fonte de dados foram entrevistas semi-estruturadas coletadas no período de maio a julho de 2008. A população da pesquisa consistiu em dezenove pessoas que ocupavam cargos em níveis gerenciais no momento do desenvolvimento do trabalho. Os dados foram analisados por meio da análise de conteúdo das entrevistas. Foram identificados na pesquisa três valores percebidos pelos indivíduos: importância dos clientes, importância dos cooperados e importância dos colaboradores, os quais foram desmembrados em subcategorias de valor. A pesquisa encontrou uniformidade na percepção das subcategorias de valores organizacionais vinculados à importância dos clientes e à importância dos cooperados. Entretanto, foram observadas incongruências no que tange à importância dos colaboradores. Muitos dos valores encontrados refletem as transformações em função da empresarização da organização.

  18. O TRABALHADOR COM DEFICIÊNCIA NA ORGANIZAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE O TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO E A ADEQUAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréia Maria de Carvalho Maia

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Mesmo apoiados por leis que medeiam a inclusão da diversidade, ainda é difícil o acesso de pessoas com deficiência ao mercado de trabalho, o que muitas vezes é justificado pela baixa qualificação profissional delas ou dificultado pelas práticas adotadas pelas empresas. A pesquisa investigou as pessoas com deficiência, os profissionais de recursos humanos e os profissionais de segurança no trabalho de duas empresas para avaliar como é realizada a inserção das pessoas com deficiência dentro das organizações mediante o treinamento e desenvolvimento e sua adaptação ao ambiente de trabalho, considerando que já se passaram 23 anos da aprovação da Lei de Cotas no Brasil. Os resultados demonstram que a Lei de Cotas e o tipo de deficiência ainda influenciam no processo de contratação. Os programas de treinamento e desenvolvimento adotados não utilizam estratégias metodológicas ou tecnologias assistivas para garantir igualdade de oportunidades para as pessoas com deficiência. São realizados preferencialmente treinamentos on-the-job. Nem todos os respondentes reconhecem a qualificação profissional como fundamental no momento da contratação, principalmente porque a contratação de pessoas com deficiência é eminentemente para funções operacionais. Por outro lado, grande parte das pessoas com deficiência se sente satisfeita e valorizada no seu trabalho. As adaptações no ambiente e o uso de tecnologias assistivas foram reconhecidos como importantes para o desempenho desse grupo.

  19. Between reward and suffering: the bank workers’ view of the flexibility discourse / Entre a recompensa e o sofrimento: a visão de trabalhadores bancários sobre o discurso da flexibilidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Prevot Nascimento

    2016-08-01

    o tema, que é a identificação, por parte dos empregados, do uso do discurso da flexibilidade como um instrumento de controle.Principais aspectos metodológicos: O estudo utilizou uma abordagem qualitativa, com entrevistas semi-estruturadas para a coleta dos dados. Os dados foram analisados com base na análise de conteúdo.Síntese dos principais resultados: A transformação do perfil do trabalhador bancário, no sentido de ser mais flexível, o expôs a práticas de gestão mais perversas, pois, imbuídos pelo discurso da empresa, tornam-se escravos do alto desempenho. O bancário passou a ser visto principalmente como um vendedor. Apesar se mostrarem-se insatisfeitos com as condições de trabalho, os sujeitos entrevistados submetem-se às pressões do trabalho para manutenção do seu padrão de vida.Principais considerações/conclusões: As práticas flexíveis estão tão inseridas no cotidiano de trabalho dos bancários que não são percebidas como instrumento de controle e dominação sobre eles. Por fim, concluiu-se que a ideologia predominante na sociedade contemporânea potencializa o discurso da gestão de pessoas que, por sua vez, operacionaliza o discurso da flexibilidade, conforme apontado por Sennet (2008 e Gaulejac (2007.

  20. Trabalho e Moradia na Periferia: para Uma Política Urbana Economicamente Orientada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Corrêa Lago

    2010-05-01

    Full Text Available

    O artigo examina as conexões entre as mudanças no mundo do
    trabalho e a qualidade de vida urbana na metrópole do Rio de Janeiro, buscando
    estender os sentidos do conceito de trabalho precário utilizado em
    análises estruturais de natureza estatística. A dimensão territorial, entendida
    como os lugares e as distâncias na cidade é incorporada como fator determinante
    de bem-estar social e como expressão e instrumento de poder econômico
    e simbólico. O texto conjuga uma leitura estrutural do mercado de
    trabalho metropolitano, privilegiando os municípios periféricos e os trabalhadores
    manuais, com a apreensão de algumas experiências de trabalho no
    setor de confecção de roupas, em bairros operários na periferia. A principal
    conclusão é de que a concentração territorial do setor de confecções e o saber
    acumulado pelas costureiras como trabalhadoras autônomas são dois
    elementos necessários para a ampliação de ações coletivas que disputem e
    redirecionem os recursos públicos para o fortalecimento de experiências autogestionárias
    de trabalho e para a reprodução do trabalhador e sua família.
    Palavras-chave: Território; trabalho precário; trabalho doméstico; autogestão;
    qualidade de vida urbana.

  1. Acidentes de trabalho envolvendo os olhos: avaliação de riscos ocupacionais com trabalhadores de enfermagem Accidentes de trabajo involucrando los ojos: evaluación de riesgos laborales con trabajadores de enfermería Labor accidents involving the eyes: assessment of occupational risks involving nursing workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiana Brasil de Almeida

    2005-10-01

    Full Text Available Objetivou-se identificar trabalhadores de enfermagem que sofreram acidentes oculares e o tipo de acidente; descrever as providências tomadas e propor metodologias de Educação em Saúde. Estudo descritivo, exploratório, realizado em maternidade pública, de setembro de 2002 a janeiro de 2003. A coleta de dados ocorreu por meio de observação direta do ambiente e entrevista com os trabalhadores. Os sujeitos foram dez profissionais de enfermagem (uma enfermeira, duas técnicas e sete auxiliares que sofreram acidente de trabalho envolvendo o olho. Os acidentes agruparam-se de acordo com o tipo de material causador do trauma: com substância química (4, com medicações (3, por trauma mecânico (1, escalpe (1 e urina (1. Diante dos resultados encontrados, é interessante enfatizar que trabalhadores hospitalares estão propícios a acidentes de trabalho porque o ambiente oferece riscos biológicos, químicos e físicos. Uma importante medida para impedir a ocorrência de novos acidentes seria a prevenção dos erros humanos, mediante adoção de treinamento contínuo dos profissionais e uso de óculos de proteção.El objetivo fue identificar a los trabajadores de enfermería que sufrieron accidentes oculares y el tipo de accidente, describir las medidas tomadas y proponer metodologías de Educación en Salud. Estudio descriptivo, exploratorio, realizado en una maternidad pública, de septiembre/2002 a enero/2003. Se recopiló los datos mediante observación directa del ambiente y entrevista con los trabajadores. Diez profesionales del equipo de enfermería (una enfermera, dos técnicas y siete auxiliares sufrieron accidentes de trabajo involucrando el ojo. Se agrupó los accidentes según el tipo de material causador del trauma: sustancia química (4; remedios (3; trauma mecánico (1; escalpe (1 y orina (1. Ante los resultados encontrados, es importante enfatizar que los trabajadores de hospitales están propensos a accidentes de trabajo porque

  2. Qualidade de vida no trabalho de profissionais de enfermagem, atuantes em unidades do bloco cirúrgico, sob a ótica da satisfação Calidad de vida en el trabajo entre profesionales de enfermería actuantes en unidades del centro quirúrgico Quality of life at work among nursing professionals at surgical wards from the perspective of satisfaction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Rodrigues Costa Schmidt

    2006-02-01

    Full Text Available Estudo descritivo, de corte transversal, que avaliou a qualidade de vida no trabalho (QVT de profissionais de enfermagem, atuantes em unidades do Bloco Cirúrgico (BC em quatro hospitais de Londrina, PR. Participaram 105 trabalhadores, sendo a maioria do sexo feminino (82,9%, com média de idade de 38 anos. Dentre eles, 69,5% eram auxiliares de enfermagem, 11,4% eram enfermeiros. A QVT foi medida através do Índice de Satisfação no Trabalho (ISP e os valores obtidos variaram entre 114 e 227 e média de 169,7±25,9. O valor médio dos 44 itens foi de 3,85, significando que os trabalhadores estavam entre insatisfeitos e nem satisfeitos/nem insatisfeitos com a QVT. A remuneração foi considerada como fonte de menor satisfação entre os trabalhadores, enquanto o domínio status profissional, o de maior satisfação. O instrumento mostrou-se confiável à população estudada, sendo o valor obtido para o alpha de Cronbach igual a 0,81.Estudio descriptivo, de corte transversal, cuyo objetivo fue evaluar la calidad de vida en el trabajo de profesionales de enfermería actuantes en unidades del Centro Quirúrgico (CQ, utilizando el Índice de Satisfacción en el Trabajo. Participaron del estudio 105 trabajadores, la mayoría de ellos mujeres (82,9%, con un promedio de edad de 38 años. Entre todos, el 69,5% era ayudante de enfermería y el 11,4% enfermeros. En cuanto a la calidad de vida en el trabajo, los valores obtenidos variaron entre 114 y 227, con promedio de 169,7±25,9. El valor promedio obtenido para los 44 ítem fue de 3.85, mostrando que los trabajadores estaban entre insatisfechos y ni satisfechos/ ni insatisfechos con la calidad de vida en el trabajo. La remuneración fue considerada como fuente de menor satisfacción, mientras el dominio de status profesional es el de mayor satisfacción. El instrumento se mostró confiable para el grupo estudiado, con alpha de Cronbach igual a 0,81.This transversal and descriptive study aimed at

  3. Proposta de articulação entre abordagens metodológicas para melhoria do processo de reabilitação profissional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Paula Simonelli

    Full Text Available Este artigo discute as limitações do atual modelo de reinserção do programa de reabilitação profissional do INSS para o retorno do trabalhador afastado por acidente ou doença ocupacional. Estas limitações são discutidas em relação à avaliação parcial da incapacidade do trabalhador e à não consideração estruturada da relação homem-trabalho por ocasião do retorno do trabalhador ao seu local de trabalho. Propõe-se um modelo que utiliza a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF como referência para os profissionais selecionarem avaliações de caráter biopsicossocial para classificação das potencialidades do trabalhador reabilitado e a Análise Ergonômica do Trabalho (AET como abordagem para a adaptação dos locais de trabalho. O modelo da CIF considera que a incapacidade não é um atributo da pessoa, mas sim um conjunto de condições que resulta da interação pessoa-meio. A AET pressupõe a compreensão do trabalho nas suas dimensões física, cognitiva e organizacional, cuja análise é centrada na atividade real. Resulta desta proposta uma maior aproximação entre as exigências do trabalho e as potencialidades do trabalhador numa visão social do problema da reinserção.

  4. Entre a organização do trabalho e o sofrimento: o papel de mediação da atividade Between work organization and suffering: the mediation role of the activity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlia Issy Abrahão

    2004-12-01

    Full Text Available Os modelos de organização do trabalho, em geral, não contemplam a flexibilidade necessária para lidar com as situações variadas e complexas. Os trabalhadores, nesse contexto, desenvolvem estratégias, que muitas vezes burlam as normas, mas propiciam melhores resultados na execução da atividade e na economia psíquica dos sujeitos. Este estudo pretende ilustrar como elementos da organização do trabalho contribuem ou dificultam a execução de tarefas nas quais o trabalhador é confrontado a situações críticas, sendo solicitado durante a jornada a responder demandas, solucionar problemas e tomar decisões sob pressão temporal. O artigo é desenvolvido tendo como suporte empírico um estudo de caso realizado numa central de atendimento.Models of work organization do not usually consider the necessary flexibility in dealing with complex and varied job situations. Within this context, strategies that sometimes cheat rules or norms are developed by employees. These strategies may produce better task results and cognitive economy for them. This study aims to discuss how work organization elements may either to make difficult or help employees under critical working conditions. That is, situations in which workers are required to respond to demands, take decisions and problem solving under time pressure. This paper is supported by empirics data from the results of the study realized in the call-center.

  5. Exposição ocupacional ao ruído e acidentes do trabalho Occupational noise exposure and work accidents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Dias

    2006-10-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi verificar se a exposição ocupacional ao ruído é um fator de risco relevante para acidentes do trabalho na cidade de Piracicaba, São Paulo, Brasil. Foi realizado um estudo caso-controle de base hospitalar. Os casos foram 600 trabalhadores entre 15 e 60 anos que sofreram acidentes ocupacionais típicos entre maio e outubro de 2004, atendidos na Central de Ortopedia e Traumatologia de Piracicaba. Os controles foram 822 trabalhadores entre 15 e 60 anos que sofreram acidente não ocupacional e receberam o primeiro atendimento no serviço ou foram trabalhadores acompanhantes dos acidentados. Foi ajustado um modelo de regressão logística múltipla, tendo como variável independente o acidente do trabalho, controlada por co-variáveis de interesse, entre elas a exposição ao ruído. Estimou-se que o risco de sofrer acidente do trabalho é cerca de duas vezes maior entre trabalhadores expostos ao ruído, controlado para diversas co-variáveis. A exposição ocupacional ao ruído não só deteriora a saúde auditiva do trabalhador, mas também se constitui em fator de risco para acidentes do trabalho.The purpose of this study was to verify whether occupational noise exposure is a significant risk factor for work accidents in the city of Piracicaba, São Paulo State, Brazil. This hospital-based case-control study included 600 workers aged 15-60 who suffered typical occupational accidents between May and October 2004 and were seen at the Piracicaba Orthopedics and Trauma Center. The control group comprised 822 workers, aged 15-60, who were also seen at the Center, and either had a non-occupational accident or were accompanying someone who had suffered an accident. A multiple logistic regression model was adjusted with work accident as an independent variable, controlled by covariables of interest such as noise exposure. The risk of having a work accident was about twice as high among workers exposed to noise, after

  6. Controle no trabalho: uma reflexão sobre antigas e novas formas de controle e suas conseqüências sobre os trabalhadores Control of work: old and new approaches and effects on workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Magali Costa Guimarães

    2006-03-01

    Full Text Available O controle no trabalho tem se constituído em tema de estudo e foco de preocupação por parte de pesquisadores ligados a diferentes áreas do conhecimento (administração, ergonomia, engenharia, psicologia, medicina, etc.. Trata-se de um assunto nuclear, principalmente quando se pensa na centralidade do trabalho nos dias atuais e na sua importância para a construção da identidade. As transformações ocorridas no mundo do trabalho apontam para novas formas de controle, que afetam os indivíduos em seu bem-estar físico, cognitivo e afetivo. É com base nesses pressupostos que este artigo tem como objetivo realizar uma reflexão sobre as diferentes formas de controle presentes no contexto organizacional, por meio de uma análise histórica, buscando compreender o surgimento e evolução do controle no processo de produção, bem como de uma revisão de pesquisas que apontam as conseqüências da perda ou ausência de controle no trabalho. Parte-se, assim, de uma revisão teórico-conceitual para, num segundo momento, apresentar os resultados desses estudos.Control of work has been the subject of study and concern by researchers in areas such as administration, ergonomics, engineering, psychology and medicine. It is a core issue especially in view of the central importance of work today and it's role in building identity. Transformations in the working world point to new forms of control affecting the individual and his physical, cognitive and affective well being. Different forms of control present in the organizational context were analyzed historically. An understanding of the appearance and evolution of control in the production process was sought as well as evidence of the consequences of a loss or absence of control of work. These results were presented after an initial theoretical and conceptual review.

  7. Saúde e mercado de trabalho no Brasil: diferenciais entre ocupados agrícolas e não agrícolas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Gori Maia

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabalho analisa as diferenças no estado de saúde entre e dentro dos grupos de ocupados agrícolas e não agrícolas no Brasil, utilizando medidas de autoavaliação do estado de saúde captadas no suplemento da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 2008. As análises baseiam-se na composição socioeconômica dos ocupados agrícolas e não agrícolas e nas estimativas de equações simultâneas para captar as relações não lineares entre saúde, renda e jornada de trabalho. Um dos pressupostos do trabalho é que a baixa prevalência de saudáveis entre os ocupados agrícolas estaria associada, sobretudo, à composição socioeconômica desse grupo, e não à maior insalubridade a que os ocupados das atividades agrícolas estariam submetidos em condições socioeconômicas semelhantes às dos não agrícolas. Analogamente, a desigualdade no estado de saúde seria menor entre os ocupados agrícolas devido aos hábitos mais homogêneos, não só no que se refere ao tipo de atividade, mas também em relação à qualidade de vida e ao acesso a uma série de itens de consumo, típico das localidades menos desenvolvidas onde as atividades agrícolas prevalecem.This paper analyzes differences of health conditions between and within agricultural and non-agricultural workers in Brazil. Self-reported health measures of the Health Supplement of Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD, from 2008, are used. Results are based on the description of the socioeconomic characteristics of each group of employees and on estimates of a simultaneous equation to measure non-linear relations between health conditions, income and work hours. The main hypothesis is that the lower prevalence of workers with good health among agricultural workers is mainly due to socioeconomic characteristics of this group and not necessarily to higher insalubrious conditions that such workers would be submitted to in equivalent socioeconomic conditions

  8. Da atividade humana entre paideia e politeia: saberes, valores e trabalho docente Of human activity, between paideia and politeia: understandings, values and teaching work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daisy Moreira Cunha

    2012-06-01

    Full Text Available O artigo analisa abordagens do campo de estudos sobre os saberes dos professores e sinaliza contribuições que a noção de atividade pode trazer aos interessados em compreender o âmbito do trabalho dos professores e nele intervir. Trata-se, portanto, de uma elaboração de natureza teórica que procura, sem pretensões de exaurir o universo das questões tratadas, problematizar o âmbito dos estudos sobre os saberes dos professores, ao passo que indica pistas para novos desdobramentos. Inicialmente, são apresentadas abordagens presentes entre as pesquisas sobre os saberes docentes; em seguida, o objetivo é sublinhar um aspecto por vezes implícito mas recorrente em parte dessas pesquisas: o recurso às teorias da ação para a compreensão do trabalho docente; por fim, são apresentadas as contribuições da ergonomia de base francófona e as contribuições da abordagem ergológica do trabalho, perspectivas essas que destacam a importância de se abordar o trabalho a partir da noção de atividade. Tais abordagens - e esta é a aposta que fazemos -, ao se debruçarem sobre o trabalho buscando o ponto de vista da atividade, parecem agregar inovadoras formas de produção de conhecimento e de intervenção às pesquisas em educação que se interessam pelos professores, por seu trabalho e por seus saberes.The article analyses 'approaches', coming from various fields of study that are concerned with the teacher's knowledge base, with a view to making a contribution to the notion of "activity"; what it can offer to those interested in understanding the scope of the work carried out by teachers and how this understanding can help them to improve their work. The aim is to elaborate, in this fashion, a theoretical basis for exploring the range of 'understandings' possessed by the teacher, but with no pretension of exhausting the universe of existing questions, but rather, taking the investigation forwards, indicating the appropriate path for

  9. Caracterização sócio-econômica do trabalhador temporário da indústria canavieira em Lagoa da Prata, Minas Gerais, Brasil / Socioeconomic Characterization of the temporary worker of the sugar-cane industry in Lagoa da Prata, Minas Gerais, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Regina Alves Maciel, , ,

    2011-09-01

    Full Text Available A indústria sucroalcooleira, nos moldes que se apresenta na atualidade brasileira, implica na geração de impactos econômicos, ambientais e sociais. Nesse último ressalta-se a geração de empregos e a constituição do profissional temporário, o cortador de cana. A pesquisa teve como objetivo caracterizar algumas variáveis sócio-econômicas relativas ao trabalhador temporário da agroindústria canavieira de Lagoa da Prata, Minas Gerais. O trabalho buscou, mediante uma pesquisa documental exploratória de natureza quantitativa e descritiva, caracterizar o perfil sócio-econômico dos trabalhadores temporários da agroindústria canavieira de Lagoa da Prata - MG. Os resultados indicam que a maioria dos trabalhadores temporários do setor sucroalcooleiro são migrantes, homens e jovens, com ensino fundamental incompleto, sendo a maioria não sindicalizado. A presença majoritária de jovens evidencia a correlação entre a disposição física e a força muscular exigida pelo trabalho proposto. A maioria sendo migrantes sazonais pode ser explicada pela inibição dos trabalhadores locais diante do baixo salário oferecido, associados ao trabalho pesado e desgastante do corte da cana. A priorização do trabalhador do sexo masculino em detrimento do sexo feminino se justificou pela superioridade biológica natural para o desempenho do trabalho e pela maior oferta de mão-de-obra

  10. A atenção à saúde mental relacionada ao trabalho no SUS: desafios e possibilidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Hespanhol Bernardo

    Full Text Available Este ensaio contextualiza a estruturação das áreas de saúde mental e saúde do trabalhador no Sistema Único de Saúde (SUS com o intuito de discutir as possibilidades de atuação intrassetorial com relação à saúde mental relacionada ao trabalho. Inicia mostrando a complexidade das áreas programáticas de Saúde Mental e de Saúde do Trabalhador e indica que os maiores desafios a serem superados no contexto atual são a integração entre elas e a superação de uma "cultura" ainda presente na sociedade, segundo a qual o trabalho, quase sempre, tem uma conotação positiva e o sofrimento/adoecimento psíquico é visto como um sinal de fraqueza pessoal. A partir do relato de experiências, também aborda as possibilidades e os desafios na atenção à saúde mental relacionada ao trabalho nos diferentes níveis de atenção do SUS. Focaliza, mais especificamente, as ações possíveis na rede básica, o potencial da integração entre serviços especializados de saúde mental e de saúde do trabalhador para o estabelecimento de nexo causal, a importância dos eventos sentinelas e a necessidade da notificação dos agravos à saúde mental relacionados ao trabalho.

  11. A inserção dos trabalhadores mais escolarizados no mercado de trabalho brasileiro: uma análise de gênero The inclusion of workers with higher educations in the Brazilian labor market: a gender analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moema de Castro Guedes

    2010-06-01

    Full Text Available O presente artigo analisa, desde a perspectiva de gênero, o tipo de inserção laboral da população de nível universitário nos últimos trinta anos no século XX. Para tanto, em um primeiro momento traça as mudanças mais amplas assistidas no mundo do trabalho neste período a partir de um diálogo com a literatura de referência. Em seguida, a partir da base de dados dos censos demográficos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística de 1970 e 2000, compara distintos padrões e tendências de algumas variáveis relativas ao mercado de trabalho na população feminina e masculina. Esse enfoque discute em que medida as dinâmicas assistidas neste segmento também reproduzem uma divisão sexual do trabalho. Os principais resultados encontrados mostram que já nos anos 1970 a maioria das mulheres deste grupo trabalhava em tempo integral. Essa tendência se acentua nos trinta anos em questão, e nas demais variáveis observam-se tendências cada vez mais próximas às masculinas. No entanto, a permanência da segmentação ocupacional feminina e dos altos diferenciais salariais aponta para uma desconstrução ainda lenta dos constrangimentos que cercam a presença destas mulheres no mundo do trabalho.This article examines, from a gender perspective, the type of employability the population holding higher education degrees had over the last thirty years of the twentieth century. To achieve its goals, it first outlines the broader changes witnessed in the work market in this period based on a dialogue with the literature of reference. Then, based on the Brazilian Institute of Geography and Statistics' database of census figures of 1970 and 2000, it compares different patterns and trends of some variables regarding the labor market among men and women. This approach discusses the extent to which the dynamics seen in this segment also play out a gender division of labor. The main results show that already in the 1970s most women in this

  12. Diabetes mellitus: fatores de risco, ocorrência e cuidados entre trabalhadores de enfermagem Diabetes mellitus: factores de riesgo, ocurrencia y cuidados entre trabajadores de enfermería Diabetes mellitus: occurrence of risk factors and care among nursing workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Darlene Mara dos Santos Tavares

    2010-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a ocorrência de Diabetes Mellitus (DM, os fatores de risco, o estresse e o cuidado com a saúde realizado pelos trabalhadores de enfermagem diabéticos. MÉTODOS: Estudo descritivo realizado com 418 profissionais de enfermagem de um hospital universitário. Os dados foram coletados por meio de instrumento semiestruturado e analisado, utilizando-se a distribuição de freqüência, teste qui-quadrado (pOBJETIVO: Identificar la ocurrencia de Diabetes Mellitus (DM, los factores de riesgo, el estrés y el cuidado con la salud realizado por los trabajadores de enfermería que son diabéticos. MÉTODOS: Estudio descriptivo realizado con 418 profesionales de enfermería de un hospital universitario. Los datos fueron recolectados - por medio de un instrumento semi-estructurado - y analizados, utilizando la distribución de frecuencias, prueba chi-cuadrado (pOBJECTIVE: To identify the occurrence of Diabetes Mellitus (DM, risk factors, stress and health-care activities performed by diabetic nursing workers. METHODS: This is a descriptive study with 418 professional nurses, working at a university hospital. Data were collected through a semi-structured instrument and were analyzed using the frequency distribution, the chi-square test (p <0.05 and the odds ratio. RESULTS: Most of the professionals were female and had between 20 and 30 years of age. All risk factors for DM were present, including the factors that can be modified. It was found a larger proportion of diabetic workers that had: overweight; arterial hypertension and capillary blood glucose altered, when compared to those without the disease. It was not found an increased likelihood of developing DM among nursing workers who reported stress. The workers with DM did not attend to the monthly follow up(69.2%; they were treated in private services (70%; and, they did not participate in educational activities (92.3%. CONCLUSION: It is necessary to develop health actions aimed

  13. Leucemia mieloide aguda versus ocupação profissional: perfil dos trabalhadores atendidos no Hospital de Hematologia de Recife

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Queliane Gomes da Silva Carvalho

    2011-12-01

    Full Text Available O estudo objetivou conhecer o perfil dos trabalhadores em faixa etária economicamente ativa admitidos de 1997 a 2007 em hospital de hematologia com diagnóstico de leucemia mieloide aguda (LMA; verificar as profissões com maior prevalência entre os trabalhadores atendidos que foram a óbito e identificar os riscos ocupacionais compatíveis com o aparecimento da LMA nas profissões prevalentes. Estudo exploratório de natureza quantitativa. A maior parte dos perfis caracterizou-se por ser procedente do agreste e da região metropolitana do estado, do sexo masculino, pertencente à raça branca e com grau de escolaridade fundamental incompleto. As ocupações de maior destaque foram aquelas relacionadas à agricultura e ao trabalho doméstico, sendo as substâncias químicas utilizadas no processo de trabalho de ambas, de acordo com a literatura, possíveis fatores envolvidos no desencadeamento da patologia.

  14. A visao dos trabalhadores da Atencao Basica acerca da presenca de estudantes de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Norie de Araujo

    2013-06-01

    Full Text Available Essa investigação qualitativa objetivou analisar a visão dos trabalhadores de uma Unidade Básica de Saúde quanto à presença no serviço de estudantes de graduação em enfermagem. Dezoito trabalhadores foram sujeitos de entrevistas semi-estruturadas, analisadas após transcrição. Na análise de conteúdo identificamos dois temas: A lentificação e a vivificação do serviço e O (despreparo para aprender e ensinar. Os resultados apontam para um processo de parceria ensino-serviço ainda em construção, em que os trabalhadores sentem-se aprendendo, mas também desvalorizados. Com a presença dos estudantes, a dinâmica do trabalho é modificada, tornando-se mais lenta. Ao mesmo tempo, a presença estudantil interroga as formas hegemônicas de atender rapidamente. Evidencia-se expectativa de colaboração nas ações, havendo preferência pelos estudantes dos últimos anos que executam procedimentos e não requerem acompanhamento constante. Concluimos que a aproximação entre universidade e serviços da Atenção Básica expõe tensões que, se analisadas coletivamente, podem engendrar novas formas de cuidar, ensinar e aprender.

  15. O Toyotismo e a mercantilização do trabalho na indústria automotiva do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Augusto Pinto

    Full Text Available O objetivo deste artigo é analisar o avanço de conceitos e práticas de gestão do trabalho designados como "flexíveis" na indústria automotiva do Brasil, em especial os oriundos do Sistema Toyota de Produção. Por meio de uma investigação bibliográfica e de um estudo de caso empírico numa planta pertencente a um grupo transnacional do setor de autopeças, situada em Campinas, SP (Brasil, demonstra-se como foram efetuadas alterações na organização do trabalho, concomitantes à exigência de novos perfis de qualificação profissional e educacional aos trabalhadores. Em termos conclusivos, a presente análise evidencia como tais perfis articulados a métodos gerenciais de avaliação em processos de contratação e promoção têm fragmentado o coletivo de trabalhadores nas empresas, mercantilizando as relações que estabelecem entre si no cotidiano de trabalho, uma vez que se baseiam na introjeção e manipulação de princípios de conduta entre eles, no sentido de servilizá-los ao propósito da acumulação capitalista.

  16. CONDIÇÕES DE TRABALHO E CARACTERÍSTICAS SÓCIO-DEMOGRÁFICAS RELACIONADAS À PRESENÇA DE DISTÚRBIOS PSÍQUICOS MENORES EM TRABALHADORES DE ENFERMAGEM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Cardoso Kirchhof

    2009-01-01

    Full Text Available Las demandas psicológicas y el control son dimensiones psicosociales del trabajo que pueden generar alta exigencia en el trabajo de la enfermería. Este estudio evalúa la asociación entre la demanda psicológica y el control en el trabajo y la ocurrencias de disturbios psíquicos menores entre trabajadores de enfermería. Estudio transversal, que incluye 491 trabajadores de enfermería de un hospital universitario de Rio Grande do Sul. Para la evaluación de los disturbios psíquicos menores y de las dimensiones psicosociales, se utilizó el cuestionario de las versiones brasileñas del Self-Report questionnaire-20 y del Job Content Questionnaire, en el período de marzo a septiembre de 2006. La prevalencia de disturbios psíquicos menores fue de 18,7%. Después de ajustes por potenciales confundidores, los casos de disturbios psíquicos menores fueron mayores (OR=2,76; IC 95%: 1,21-6,27 en el cuadrante de trabajo en alta exigencia, comparados a los trabajadores en trabajo de baja exigencia. Se considera necesaria una gestión organizacional participativa que incluya a los trabajadores en el proceso de cambios y mejoras del ambiente laboral, principalmente en lo que se refiere a las demandas y al control en el trabajo.

  17. Reinserção do trabalhador alcoolista: percepção, limites e possibilidades de intervenção do enfermeiro do trabalho Reinserción del trabajador alcohólico: percepción, límites y posibilidades de intervención del enfermero ocupacional Reinsertion of the alcoholic worker: perception, limits and possibilities of the labor nurse's intervention

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilurde Donato

    2006-12-01

    Full Text Available O estudo de cunho descritivo com abordagem qualitativa teve como objetivos identificar o conhecimento do enfermeiro do trabalho sobre o alcoolismo e o trabalhador alcoolista; descrever e analisar a sua percepção acerca da reinserção deste trabalhador no contexto laboral; e discutir as suas possibilidades e limitações de intervenções em relação a este trabalhador'. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas com roteiro semi-estruturado, realizadas nas empresas onde trabalhavam os 27 sujeitos do estudo. A análise temática das entrevistas permitiu identificar quatro categorias: o alcoolismo como doença; o estigma e o preconceito; a reinserção do trabalhador alcoolista; e possibilidades e limitações das intervenções de enfermagem do trabalho. Verificou-se que o grau de conhecimento do enfermeiro do trabalho influencia na sua percepção acerca do alcoolismo, na possibilidade de reinserção do trabalhador alcoolista, e ainda, nas intervenções destes profissionais.El estudio de cuño descriptivo y con abordaje cualitativo tuvo como objetivos identificar el conocimiento del enfermero ocupacional sobre el alcoholismo y el trabajador alcoholista; describir su percepción acerca de la reinserción de éste en el contexto laboral; discutir sus posibilidades y limitaciones de intervenciones junto a este trabajador, analizando lo que piensa en cuanto a su posibilidad de reinserción al trabajo. Los datos se han obtenido en entrevistas con rotero semi-estructurado, realizadas en las empresas donde trabajaban los 27 individuos del estudio. El análisis de contenido permitió identificar cuatro categorías: el alcoholismo como enfermedad, el estigma y el prejuicio, la reinserción del trabajador alcoholista, y posibilidades y límites de las intervenciones de la enfermería ocupacional. Se ha verificado que el grado de conocimiento del enfermero ocupacional influencia su percepción sobre el alcoholismo, la posibilidad de reinserci

  18. Renegociação do Tratado de Itaípu entre Lugo e Lula

    OpenAIRE

    Almeida, Giordano Sousa de

    2015-01-01

    Este trabalho objetiva analisar o processo de ratificação do ajuste no Anexo C do Tratado de Itaipu, ocorrido, no Congresso Nacional brasileiro, em decorrência do acordo assinando entre o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e seu homólogo paraguaio Fernando Armindo Lugo de Méndez, em julho de 2009. Especificamente, procurou-se entender se haveria alguma relação especial existente entre os Governos brasileiro, chefiado pelo Partido dos Trabalhadores, e o paraguaio, chefiado por ...

  19. A imagem da psicologia organizacional e do trabalho entre estudantes de psicologia: o impacto de uma experiência acadêmica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Virgílio Bittencourt Bastos

    Full Text Available Embora a Psicologia organizacional e do trabalho seja a segunda área de escolha de exercício profissional, os cursos de Psicologia, na sua maioria, ainda não a contemplam em toda a sua complexidade e dinâmica de transformação. Com isso, fortalecem-se esquemas cognitivos que representam esse campo de atuação profissional de forma limitada. O objetivo deste estudo foi o de caracterizar a imagem da Psicologia organizacional entre os estudantes de Psicologia e avaliar o impacto de uma experiência acadêmica sobre a mesma. A amostra consistiu de 150 alunos da única disciplina obrigatória do currículo relacionada à área, que responderam a um questionário aberto na primeira e na última semana do curso, no qual se pedia que escrevessem, espontaneamente, os conceitos e idéias que a área lhes evocava. Os resultados revelam alterações significativas na imagem, no início e no final do curso. Além de uma visão ampliada, os conteúdos evocados se tornaram mais positivos ao final do curso. Esses resultados apontam mudanças nos esquemas cognitivos dos estudantes, congruentes com as características e a filosofia que estruturavam a disciplina.

  20. Desenvolvimento, globalização e trabalho decente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo Baltar

    Full Text Available O objetivo do artigo é discutir alguns desafios para o projeto brasileiro de desenvolvimento, baseado no consumo de massas dos três últimos Planos Plurianuais, que consiste na busca de equacionamento entre a ampliação da renda nacional através do trabalho, com aumento da empregabilidade e eliminação da precarização do trabalho. A pesquisa procura avaliar e comparar alguns indicadores sobre qualidade no emprego formal, tal como definido pela proposta da Organização Internacional do Trabalho (OIT para a Agenda do Trabalho Decente, em conjunto com dados que mostram a trajetória de inserção do Brasil no comércio internacional. O estudo levanta questões sobre as possibilidades de se garantir uma política de maior inserção no processo de globalização e, ao mesmo tempo, rever as consequências diretas da internacionalização da produção e do comércio sobre a qualidade do trabalho e a geração de renda. O texto conclui apontando que a formação de uma política de desenvolvimento centrada na ampliação do mercado interno, com propostas de expansão do consumo de massas, requer a definição de metas, não apenas de empregabilidade, mas voltadas à formação de empregos que atendam aos direitos fundamentais dos trabalhadores, seguindo os parâmetros da Agenda do Trabalho Decente.

  1. Ambiente, saúde e trabalho: temas geradores para ensino em saúde e segurança do trabalho no Acre, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josina Maria Pontes Ribeiro

    Full Text Available O artigo apresenta ambiente, saúde e trabalho como temas geradores necessários à construção de uma tecnologia social para educação profissional, considerando a ergologia como perspectiva de análise, e, o diálogo, como estratégia de ensino em Saúde e Segurança no Trabalho para Agentes de Combate a Endemias em Rio Branco, Acre, Brasil. A definição dos temas geradores é resultado do diálogo entre pesquisadores de diferentes áreas, trabalhadores que atuam ou atuaram no combate às endemias, bem como de discentes e docentes do Curso Técnico em Segurança do Trabalho no Instituto Federal do Acre (IFAC, mediante exercício de atividades de ensino, pesquisa e extensão. As pesquisas histórica e documental permitiram que se estabelecessem os nexos entre os projetos de desenvolvimento que impactaram significativamente o ambiente e as relações de trabalho na saúde daí resultantes.

  2. À procura do sujeito no/do trabalho de Enfermagem: o acontecimento "Foucaultiano e as sujeições do trabalhador La procura del sujeto en/del trabajo de enfermería: el acontecimiento "Foucaultiano" y las sujeciones del trabajador The subject search at and of the nursing work: the Foucaul's event and the worker's subjections

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara Ambrosina Vargas

    2007-03-01

    Full Text Available O ensaio reflexivo aborda o sujeito no/do trabalho em Enfermagem, tendo como suporte teórico o conceito de acontecimento em Foucault. Descreve e analisa quatro acontecimentos que podem sintetizar algumas das problemáticas da Enfermagem contemporânea, a saber: diferenças de realidade, hibridismo humano-máquina, rede de relações e processo de construção do conhecimento científico. Constata que as atuais sujeições do trabalhador mostram-se muito mais complexas, o que inviabiliza entender a questão da subjetividade do trabalhador em Enfermagem somente a partir da noção de sujeições econômicas. Porém, sinaliza que, mesmo não escapando de determinados modos de sujeição do presente, há espaços produtivos de desafios, lutas, portanto de liberdade para repensar o trabalho na Enfermagem.El ensayo reflexivo aborda al sujeto en el/del trabajo en enfermería, tiene como soporte teórico el concepto de suceso en Foucault. Describe y analiza cuatro sucesos que pueden sintetizar algunas de las problemáticas de la enfermería contemporánea, como por ejemplo: diferencias de realidad, hibridismo humano máquina, red de relaciones y proceso de construcción del conocimiento científico. Constata que las actuales sujeciones del trabajador se muestran mucho más complejas, lo que hace inviable entender la cuestión de la subjetividad del trabajador en enfermería solamente a partir de la noción de sujeciones económicas. Sin embargo, señala que, aunque no escape de determinados modos de sujeción del presente, hay espacios productivos de desafíos, luchas y, por lo tanto, de libertad para repensar el trabajo en enfermería.The reflexive essay approaches the subject at/of nursing work, grounded by the Foucault´s theoretical concept of event. It describes and analyzes four events that can synthesize some of the contemporary nursing problems, that is: different realities, man-machine hybridism, net of relations, and the process of

  3. Work in Rotating Shifts and its Effects on the Daily Life of Grain Processing Workers El trabajo en turnos alternados y sus efectos en lo cotidiano del trabajador que beneficia granos O trabalho em turnos alternados e seus efeitos no cotidiano do trabalhador no beneficiamento de grãos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Roberta Lopes Simões

    2010-12-01

    trabajan en turnos alternados, lo que puede afectar su salud física, mental y social.Objetivou-se identificar os efeitos do trabalho em turnos alternados, no cotidiano dos trabalhadores no beneficiamento de grãos. Foi realizada pesquisa de coleta de dados, com abordagem quantitativa, em uma empresa de beneficiamento de grãos em Goiás, Brasil. Participaram da pesquisa 53 trabalhadores de turnos alternados. Foi elaborado e utilizado um questionário para a coleta de dados, baseado nos princípios da cronobiologia e no índice de qualidade do sono de Pittsburgh, com 31 questões fechadas e uma aberta. O resultado evidenciou que a qualidade de sono não é satisfatória para 50% dos participantes. As alterações fisiológicas mais evidenciadas se referiram ao trato digestivo. Quanto aos aspectos comportamentais, a irritabilidade foi destacada. Dos pesquisados, 70% consideraram que o lazer e a vida social ficam prejudicados pelo horário de trabalho. Conclui-se que existem manifestações negativas no cotidiano de pessoas que trabalham em turnos alternados, podendo afetar sua saúde física, mental e social.

  4. ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO NA ECONOMIA SOLIDÁRIA - DESAFIOS E LIMITES NA CONSTRUÇÃO DE MODELO ALTERNATIVO AO TAYLORISMO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maico Roris Severino

    2013-12-01

    Full Text Available Na literatura acerca do tema organização do trabalho encontram-se diversos autores que apontam para a superficialidade dos modelos flexíveis quanto ao rompimento das práticas dos modelos clássicos. Por outro lado, verifica-se a coexistência à economia capitalista de algumas experiências de economia solidária, as quais podem sinalizar potenciais modelos alternativos de processos de trabalho onde coletivos de trabalhadores associados buscam ruptura com a organização taylorista do trabalho, romper plenamente com a separação entre os que planejam e os que executam o trabalho, essência dos modelos clássicos. Desta forma, este artigo tem como objetivo apontar, por meio dos resultados da investigação científica teórica e empírica, as fragilidades dos modelos flexíveis de organização do trabalho e apresentar, através de um estudo de caso, potencialidades e desafios de um modelo de organização autogeastionária do coletivo de trabalhadores associados atuando na economia solidária, mesmo diante da grande dificuldade no rompimento ao padrão clássico.

  5. Trabalho e valor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    YVES SCHWARTZ

    1996-12-01

    Full Text Available As mudanças atuais no "mundo do trabalho" presentes também para além do espaço fabril colocam interrogações. O valor mercantil do trabalho é o ponto de partida mas não o único para o entendimento de questões como "centralidade" ou não do trabalho, redução ou partilha do "trabalho" e incertezas para a vida dos sujeitos trazidas por estas mudanças. Afinal, o que é o trabalho? Em que se constitui o valor? É considerando o trabalho como uma realidade complexa que se poderá melhor compreender os "dramáticos uso de si" nas diversas situações sociais de trabalho que também são universos de valores, bem como apreender a existência de circulações e barreiras entre o trabalho mercantil e outras formas de atividades. Isto permitirá que o político seja tido como ação e não submissão visto não haver forma canônica que representaria a excelência, as virtudes mesmas "do trabalho".

  6. O trabalho entre prazer, sofrimento e adoecimento: a realidade dos portadores de lesões por esforços repetitivos The relationship between work, pleasure, mental suffering and illness: the case of work-related musculoskeletal disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Álvaro Roberto Crespo Merlo

    2003-01-01

    Full Text Available Neste artigo, apresenta-se e discute-se os resultados de pesquisa realizada no Ambulatório de Doenças do Trabalho do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (ADT/HCPA, tendo como principal objetivo determinar as relações das Lesões por Esforços Repetitivos/Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (LER/DORT com o processo produtivo e suas conseqüências sobre a saúde física e mental dos trabalhadores estudados. Pode-se evidenciar um sofrimento associado à dor física, mas não só a ela. Para além dos aspectos fisiopatológicos da doença, percebemos que existe uma complexa relação que vincula a dor às vivências subjetivas e à identidade social.In this article we present and discuss the results of investigations that took place at the Ambulatório de Doenças do Trabalho (Occupational Medicine Ambulatory in the Hospital de Clínicas of Porto Alegre (University Hospital. The main purpose was to determine the relationship between Work-Related Musculoskeletal Disorders, the work process and the consequences over the mental and physical health of the studied workers. We conclude that mental suffering is associated to physical pain, but not exclusively. Beyond the physiopathological aspects of the illness, we perceive the existence of a complex relationship between physical pain and the subjective experiences and social identity.

  7. Micropolítica do trabalho vivo em ato, ergologia e educação popular: proposição de um dispositivo de formação de trabalhadores da saúde The micropolitics of living work in the act, ergology and popular education: a proposition of a device to train health workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suze Rosa Sant'Anna

    2011-01-01

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivos discutir o trabalho em saúde e apresentar um dispositivo para a formação de trabalhadores sob a ótica do conceito ampliado de saúde, fundamentado em três principais referenciais teóricos: a démarche ergológica e seu dispositivo dinâmico a três polos de Yves Schwartz, a cartografia da micropolítica do trabalho vivo em ato de Emerson Elias Merhy e a educação popular em saúde, inspirada em Paulo Freire. Espera-se com este estudo contribuir para a reflexão e a construção de uma estratégia de formação para intensificar a inserção dos estudantes nos cenários de prática que enfatizem a construção compartilhada de conhecimentos e favoreçam especialmente a produção e efetivação de saberes e dos aspectos relacionais que compõem o núcleo tecnológico do cuidado em saúde.This article aims to discuss the work done in the health area and to present a tool to train workers under the light of the expanded concept of health, based on three main theoretical frameworks: Yves Schwartz' ergology demarche and its dynamic threepole tool; Emerson Elias Merhy's cartography of the micropolitics of living work in the act; and the popular health education, inspired in Paulo Freire. It is hoped that this study will contribute to a reflection on and to the construction of a training strategy to enhance the integration of students in practical activities that emphasize the shared construction of knowledge and, especially, encourage the production and realization of knowledge and relational aspects that make up the technological core in health care.

  8. PARTICIPAÇÃO SOCIAL, VIGILÂNCIA EM SAÚDE DO TRABALHADOR E SERVIÇO PÚBLICO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Reis de Souza

    Full Text Available Este ensaio busca contribuir para a construção de uma modalidade participativa e dialógica de vigilância em saúde para os locais de trabalho, notadamente para o serviço público federal. Nele desenvolve-se uma reflexão com base na revisão da literatura especializada e foco na legislação e na política em vigor no país. Constata-se que as conquistas históricas realizadas no âmbito dos movimentos sociais de trabalhadores propiciam a produção de novas relações entre o Estado e a sociedade, favorecendo o aparecimento de espaços participativos nas instituições públicas. Além disso, evidencia-se a necessidade capital da organização de comissões de saúde do trabalhador por locais de trabalho como forma elementar de implantação da política de vigilância em saúde nos ambientes laborais. Por fim, sob a égide do campo da educação crítica, apresentam-se alguns preceitos do aporte teórico da pedagogia freiriana para que sirvam de base à criação de espaços de fala e escuta no trabalho. Defende-se a ideia de que o diálogo e a participação são os fundamentos educativos de uma perspectiva democrática de vigilância em saúde do trabalhador.

  9. Sintomatologia osteomuscular e qualidade de vida de portadores de distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giselle Santana Dosea

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Analisar, a partir de um perfil ocupacional, os aspectos da sintomatologia osteomuscular e da qualidade de vida (QV de trabalhadores notificados como portadores de distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT no estado de Sergipe. Métodos: A pesquisa foi realizada entre os meses de julho/2013 e julho/2014 e utilizou-se os questionários Nórdico de Sintomas Osteomusculares e o SF-36, em 56 voluntários. Resultados: Observou-se maior severidade dos sintomas na região dos ombros e cervical, e baixas médias de QV em todos os domínios, com relação significativa entre sexo e sintomatologia nos membros superiores, e entre componentes mentais e físicos da QV e a sintomatologia em ombros e punhos. Considerações finais: Esta pesquisa possuiu limites metodológicos relacionados ao reduzido número de indivíduos da amostra, no entanto, ainda assim, foi possível atingir seus objetivos, através da análise do perfil ocupacional, da sintomatologia osteomuscular e da QV dos trabalhadores notificados como portadores de DORT no estado de Sergipe. A QV do portador de DORT é reduzida, embora sua relação com a sintomatologia da doença precise ser investigada mais profundamente.

  10. Aleitamento materno exclusivo entre trabalhadoras com creche no local de trabalho Exclusive breastfeeding among working women with free daycare available at workplace

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Duarte Osis

    2004-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar os fatores relacionados à decisão das mulheres em amamentar e a duração planejada e, de fato observada, do aleitamento exclusivo entre trabalhadoras que dispõem de creche na empresa. MÉTODOS: Estudo qualitativo no qual se comparou um grupo de 15 trabalhadoras cujos bebês estavam sendo alimentados apenas com leite materno quando começaram a freqüentar a creche da empresa com outro similar que incluía mulheres cujos bebês que, ao ingressar, já estavam recebendo, além do leite materno, outros alimentos. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas e grupos focais. RESULTADOS: Evidenciaram-se como fatores relacionados à decisão de iniciar a amamentação e mantê-la ao retornar ao trabalho: o desejo de amamentar, embasado no valor que as mulheres dos dois grupos atribuíam ao aleitamento materno, bem como seus maridos e outras pessoas significativas (por exemplo: mãe, irmã, amigas. A duração do aleitamento exclusivo relacionou-se principalmente à orientação do pediatra que cuidava do bebê, que foi distinta em cada um dos grupos estudados. CONCLUSÃO: A existência da creche no local de trabalho aparece como elemento relevante para a manutenção do aleitamento após a licença de maternidade, especialmente o materno exclusivo. A decisão sobre quanto tempo amamentar de forma exclusiva esteve relacionada às informações recebidas acerca do assunto antes e durante a gestação, e no pós-parto. A diferença entre os dois grupos estudados foi que as mulheres que mantiveram o aleitamento exclusivo por quase seis meses acreditavam que quanto mais tempo dessem somente o leite materno, mais benefícios o bebê teria, enquanto as mulheres do outro grupo acreditavam que três meses de aleitamento exclusivo eram suficientes.OBJECTIVE: To investigate factors related to the decision of exclusive breastfeeding, and the planned and the actual duration among working women with free daycare available at workplace

  11. Nexo técnico epidemiológico previdenciário – NTEP e o fator acidentário de prevenção – FAP : um novo olhar sobre a saúde do trabalhador

    OpenAIRE

    Oliveira, Paulo Rogério Albuquerque de

    2010-01-01

    A pesquisa aborda o tema da Saúde do Trabalhador sob a perspectiva do direito constitucional, na seara dos direitos fundamentais, articulado em mecanismos de peso-e-contrapeso com outros dois: livre-iniciativa e meio ambiente do trabalho. O aparente conflito de constitucionalidade entre esses três direitos é desfeito ao se evidenciar que, na essência, as distorções e anacronismos do atual sistema protetivo acidentário, dito esgotado, são de natureza infraconstitucionais, cujos vícios...

  12. Saúde e trabalho rural: o caso dos trabalhadores da cultura canavieira na região de Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil Health and work in rural areas: sugar cane plantation workers in Ribeirão Preto, São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neiry Primo Alessi

    1997-01-01

    Full Text Available O presente trabalho destaca a análise do processo de trabalho do cortador da cana-de-açúcar na região nordeste do Estado de São Paulo, Brasil, buscando apreender os seus padrões de desgaste-reprodução. Com base em observações diretas, entrevistas com trabalhadores e outros agentes envolvidos na produção e consultas à bibliografia pertinente, a análise desenvolvida revela a exposição diária dos cortadores de cana a cargas físicas, químicas e biológicas, que se traduzem em uma série de doenças, traumas, ou acidentes a elas relacionadas: dermatites, conjuntivites, desidratação, cãimbras, dispnéias, infecções respiratórias, alterações da pressão arterial, ferimentos e outros acidentes; destacando-se também cargas biopsíquicas configurando padrões de desgaste manifestos através de dores na coluna vertebral, dores torácicas, lombares, de cabeça e tensão nervosa e outros tipos de manifestações psicossomáticas. O estudo desse processo de trabalho permitiu não apenas detectar as condições insalubres do trabalho, mas também delinear um quadro das condições e meios de que o capital se vale, no Brasil, no seu processo de auto-reprodução, particularmente, no setor agro-industrial.This study is based on an understanding of health and rural labor as a social process related to the characteristics of the agrarian issue in Brazilian society, focusing on sugar cane cutters in northeastern São Paulo State, Brazil, and attempting to identify patterns of attrition and reproduction in such labor. Based on direct observations, interviews with laborers and other agents involved in production, and a related bibliographical review, the analysis points to daily exposure of cane cutters to physical, chemical, and biological hazards resulting in various diseases, traumas, and accidents: dermatitis, conjunctivitis, dehydration, cramps, dyspnea, respiratory infections, high blood pressure, and wounds, besides aggravating the

  13. Correlação entre carga de trabalho de enfermagem e gravidade dos pacientes críticos gerais, neurológicos e cardiológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ellen Maria Pires Siqueira

    2015-06-01

    Full Text Available Objetivo: Correlacionar gravidade do paciente e carga de trabalho da equipe de enfermagem, utilizando os índices Simplified Acute Psysiology Score (SAPS3 e Nursing Activities Score (NAS e compará-los entre três subgrupos: cardiológicos, neurológicos e gerais. Métodos: Coorte prospectivo, em uma Unidade de Terapia Intensiva de hospital privado de São Paulo, entre agosto a outubro de 2011. Resultados: Foram acompanhados 195 pacientes, 57,9% do sexo masculino, mediana de idade 69 anos. Correlação moderada entre NAS e SAPS3 no subgrupo neurológico (p = 0,02; r = 0,430. SAPS3 do subgrupo geral foi maior comparado ao subgrupo neurológico (p = 0,002. O NAS foi maior no subgrupo geral quando comparado ao subgrupo cardiológico (p = 0,001. Conclusão: Houve correlação moderada entre a gravidade de pacientes neurológicos e a carga de trabalho de enfermagem. A gravidade e a carga de trabalho de enfermagem no subgrupo de pacientes gerais foram maiores em relação aos pacientes neurológicos e cardiológicos, respectivamente.

  14. Coordenação de Unidade da Atenção Básica no SUS: trabalho, interação e conflitos

    OpenAIRE

    Brigida Gimenez Carvalho

    2012-01-01

    Introdução: A gerência no nível local da atenção básica (AB) busca promover condições propícias para atenção integral à saúde de usuários, com a participação destes, dos trabalhadores e gestores e inclui a gestão de conflitos no cotidiano de trabalho. Objetivo: O estudo teve como objetivo compreender a emergência e o manejo de conflitos que ocorrem na interação entre trabalhadores e coordenadores de unidade básica de saúde (UBS) e suas relações com os processos de reconhecimento mútuo e desre...

  15. Saúde mental do trabalhador: o assédio moral praticado contra trabalhadores com LER/DORT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edil Ferreira da Silva

    Full Text Available Este artigo analisa como o assédio moral se configura na vida dos portadores de lesões por esforços repetitivos/distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (LER/DORT. Participaram do estudo, realizado em 2007, 20 trabalhadores acometidos por LER/DORT de uma indústria do calçado em Campina Grande-PB. Empregaram-se entrevista semiestruturada e análise de conteúdo. Os resultados apresentam um quadro de assédio moral interpessoal e organizacional que está bem configurado nas histórias de adoecimento dos trabalhadores e nas suas trajetórias de busca de ajuda para seus problemas de saúde. O assédio moral interpessoal e organizacional se evidencia em virtude de todos os aspectos de humilhação, exclusão e pressão que recebem no ambiente de trabalho, sob forma de coação, subversão, chantagem e rebaixamento. Para não terem que sofrer com o desemprego, alguns preferem pedir demissão, outros suportam as dores, ultrapassando os limites do corpo. A lógica da produção de assédio moral e organizacional destrói a solidariedade e impede que os trabalhadores construam coletivamente formas de enfrentamento do trabalho.

  16. Ginástica Laboral: efeitos de um programa de ginástica laboral sobre a flexibilidade em trabalhadores de diversos setores de um hospital de ensino da região do Vale do Rio Pardo/RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Mattos de Andrade

    2015-12-01

    Full Text Available A Ginástica Laboral (GL é uma atividade física realizada durante a jornada de trabalho, com exercício de compensação aos movimentos repetitivos, à ausência de movimentos, ou a posturas desconfortáveis assumidas durante o período de trabalho. Objetivo: verificar possíveis efeitos de um programa de GL sobre a flexibilidade em trabalhadores de diversos setores de um hospital de ensino da região do Vale do Rio Pardo/RS. Método: estudo semi-experimental realizado em diversos setores de um hospital, de março de 2014 a maio 2015, em que foram avaliados 42 indivíduos, do sexo feminino, com idade entre 22 e 58 anos, que participavam do programa de GL. Para a coleta de dados, foi aplicado o teste sentar e alcançar (sit and reach e o teste do manguito rotador (ombro direito e esquerdo em três momentos: 1 (antes da intervenção com GL; 2 (logo após o término da intervenção e 3 (quatro meses, após a intervenção. Resultados: a flexibilidade diferiu na comparação entre os momentos 1 e 2 e entre os momentos 1 e 3, em todos os testes aplicados, demonstrando que o programa de GL melhorou os níveis de flexibilidade dos trabalhadores. Não foi observada diferença significativa entre os momentos 2 e 3. Considerações finais: o programa de GL melhorou os níveis de flexibilidade dos trabalhadores, mantendo esses níveis semelhantes seis meses após o término da intervenção.

  17. Saúde mental e trabalho: os problemas que persistem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leny Sato

    Full Text Available Este artigo toma por objeto a Saúde Mental e Trabalho como uma subárea do campo da Saúde do Trabalhador. Parte da constatação de que os problemas de saúde mental e trabalho, já identificados em meados da década de 1980, persistem. Após retomar a taxonomia de tais problemas, busca evidenciar algumas de suas expressões atuais a partir da assistência e da vigilância em saúde do trabalhador, bem como pela perspectiva de alguns sindicatos mais atentos à questão. Para tal, toma como ponto de partida o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CRST de Campinas. Por fim, pontua algumas características do trabalho no contexto atual para compreender as motivações dessa persistência.

  18. Percepção de exposição a cargas de trabalho e riscos de acidentes em Pelotas, RS (Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela C. Lima

    1999-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a associação entre a percepção de exposição às cargas de trabalho e o risco de acidentes. MÉTODOS: O delineamento do estudo foi o tipo de casos e controles. Os casos (n=264 incluíram os acidentes de trabalho típicos notificados no Instituto Nacional de Seguridade Social, de Pelotas, RS (Brasil, de janeiro a julho de 1996. Foram excluídos os óbitos (dois, os acidentes ocorridos na zona rural, e os que afastaram o trabalhador de suas atividades por menos de sete dias. Para cada caso foram selecionados três tipos de controles: um trabalhador da mesma empresa, um vizinho e um controle populacional. Os controles foram emparelhados com os casos por idade e sexo e precisavam ter vínculo empregatício formal e não ter sofrido acidente no último mês. Os dados foram analisados usando regressão logística condicional. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Os trabalhadores que relatavam enfrentar situações de emergência, o trabalho em altura, perigo constante, ou ambientes ruidosos tinham cerca de duas vezes mais risco de acidentar-se. O trabalho em posições incômodas ou com esforço físico intenso aumentaram em 50% o risco de acidentes. As demais cargas de trabalho estudadas não se constituíram como fatores de risco para os acidentes. Os resultados foram ajustados para fatores de confusão.

  19. Trabalho em turnos nas empresas de Botucatu, São Paulo: estudo descritivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Angelo Rosa Martinez

    Full Text Available Em face da inexistência de dados sobre esquema de trabalho em turnos em empresas de Botucatu, solicitaram-se delas informações sobre ramo de atividade, número de funcionários e esquema de trabalho. Às que registraram tal ocorrência, enviou-se um questionário visando à caracterização da forma de organização da jornada de trabalho. Das 66 empresas participantes da pesquisa, 14 referiram a existência de trabalho em turnos, englobando 6.541 funcionários, de um total de 9.502, sendo 2.346 de setores da produção. Nesses setores, os sistemas contínuo alternado e descontínuo permanente predominaram. Em oito empresas os sistemas eram alternados, cinco delas com esquemas apresentando freqüência de revezamento de seis ou mais dias. São descritas outras formas de organização encontradas. Conclui-se que, com o quadro descrito, torna-se possível estudar as relações entre trabalho em turnos, saúde e vida social dos trabalhadores.

  20. Valores e criatividade em trabalhadores portugueses

    OpenAIRE

    Almeida, Leonor; Nogueira, Sara Ibérico; Jesus, Adelaide Lopes; Mimoso, Teresa

    2013-01-01

    Pretendeu-se caracterizar o sistema de valores e os níveis de criatividade de uma amostra de trabalhadores portugueses, bem como analisar as diferenças entre grupos com base nas variáveis: sexo, habilitações literárias, tipo de empresa e estatuto socioprofissional. O estudo da correlação entre os níveis de criatividade e os valores de vida foi, também, objeto de análise. A amostra foi constituída por 198 indivíduos, 91 do sexo masculino e 107 do sexo feminino. Para operacionalização das variá...

  1. Sleep disorders and quality of life of harvesters rural labourers Distúrbios do sono e qualidade de vida de trabalhadores rurais safristas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joseane Lima

    2010-06-01

    Full Text Available The various kinds of work may interfere in the laborer's quality of sleep. Among the factors, the unemployment caused by the period between the coffee harvests on the agriculture of South Minas may influence the appearance of anxiety and depression symptoms, and it may cause impairments to the quality of life and changes in the rural laborers' pattern of sleep. OBJECTIVE: To appraise the sleep and the effects on the quality of life in the rural laborers in the period between the coffee harvests. METHOD: In the study-group, 40 patients, rural laborers, were evaluated, and in the control-group, 40 patients, fixed laborers. Instruments used: clinical interview, The Pittsburgh Sleep Quality, Index Beck Anxiety Inventory, Hamilton Depression Rating Scale, and World Health Organization Quality of Life. RESULTS: The study-group showed impairment in the quality of the sleep; anxiety and depression signals and symptoms were high in both groups; being them higher in the harvesters laborers; the quality of life presented good levels in both groups, with losses in the domain "social relationship" between the harvesters; the sleep disturbances influenced the appearance of anxiety and depression signs and symptoms, but they did not interfere in the perception of the quality of life. CONCLUSION: The rural laborers that have fixed labors are less exposed to the symptoms of anxiety and depression - along with sleep disorders - than the harvesters laborers. Thus, the study-group's perception of the quality of life is better than the control-group's.As diversas formas de trabalho podem interferir na qualidade do sono do trabalhador. Entre os fatores, o desemprego ocasionado pela entressafra da cultura cafeeira nas lavouras sul mineiras pode influenciar no surgimento de sintomas de ansiedade e de depressão e causar prejuízos na qualidade de vida e alterações no padrão do sono dos trabalhadores rurais. OBJETIVO: Avaliar o sono e as repercussões na qualidade de

  2. Trabalho rural e fatores de risco associados ao regime de uso de agrotóxicos em Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Soares Wagner

    2003-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo foi caracterizar o processo do trabalho rural em nove municípios de Minas Gerais, considerando indicadores sócio-demográficos, a estrutura agrária dos estabelecimentos rurais, práticas de trabalho relacionadas ao uso de agrotóxicos e, a intoxicação associada a seu uso. Os dados foram obtidos de uma pesquisa realizada pela Fundação Jorge Duprat Figueiredo, de Segurança e Medicina do Trabalho, que aplicou um questionário a 1.064 trabalhadores rurais, entre os anos de 1991 a 2000. Por meio de uma regressão logística, foram obtidos os fatores de risco associados à intoxicação por agrotóxicos dos grupos organofosforados e carbamatos. Cerca de 50% dos entrevistados se encontravam ao menos moderadamente intoxicados. Os fatores de risco encontrados foram: ter o último contato a menos de duas semanas com agrotóxicos; não usar proteção; ser orientado pelo vendedor; citar organofosforado ou carbamato como agrotóxico principal e trabalhar nos municípios de Teófoli Otoni, Guidoval ou Piraúba. Os resultados apontam para o alto grau de risco de agravos à saúde a que estão sujeitos trabalhadores rurais em contato com agrotóxicos.

  3. Social representations of health surveillance among workers Representaciones sociales de trabajadores acerca de la vigilancia sanitaria Representações sociais sobre vigilância sanitária entre trabalhadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dirciara Barañano Souza

    2008-06-01

    en la responsabilidad y conocimiento y en la falta de valor profesional basado en la exclusión. Los resultados favorecen un análisis de los elementos que pueden estar ocasionando su permanencia e influyendo en la práctica cotidiana, para posiblemente volverse en un beneficio para la construcción del perfil profesional.Estudo qualitativo, exploratório-interpretativo, com o objetivo de conhecer as representações sociais sobre vigilância sanitária entre trabalhadores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA, no Rio Grande do Sul. Verificou-se que vigilância sanitária é representada pelos sujeitos como um processo que, apesar das contradições, vem sendo construído e vivenciado no cotidiano da profissão, com sinais de renovação das representações existentes. Assim, proteção à saúde adquire novo entendimento, distanciando-se dos limites da prevenção que tradicionalmente focaliza a doença, para voltar-se à noção de promoção. Também, a imagem de polícia sanitária desloca-se da punição para a educação sanitária, estabelecendo os elos entre os fazeres normativo e educativo. Além disso, o profissionalismo assenta-se em responsabilidade e conhecimento, e a desvalorização profissional ancora-se na idéia de exclusão. Os resultados propiciam análise dos elementos que podem estar causando permanências e influenciando os movimentos da prática cotidiana, podendo reverter em benefício da construção de um perfil profissional.

  4. Entre o bordado e a renda: condições de trabalho e saúde das labirinteiras de Juarez Távora/Paraíba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Batista da Cunha

    Full Text Available Este artigo trata da análise da atividade desenvolvida por um grupo de mulheres, em uma cidade do interior da Região Nordeste do Brasil, que se dedicam a um artesanato denominado “labirinto”. Trata-se de um bordado trabalhoso, utilizado para produzir peças de decoração e vestuário. O objetivo do estudo é verificar a relação das condições e da organização do trabalho e a saúde das labirinteiras. Foram utilizados os aportes teóricos da ergonomia da atividade e da psicodinâmica do trabalho, por permitirem analisar o trabalho real e as vivências subjetivas de prazer e sofrimento ligadas ao trabalho. Como instrumentos metodológicos, foram utilizadas observações, entrevistas individuais e entrevistas em grupo. Os resultados indicam que se trata de uma atividade majoritariamente desenvolvida por mulheres que se acham inseridas no mercado informal de trabalho. O processo, a organização e as condições de trabalho tornam essas trabalhadoras dependentes de comerciantes intermediários, em situação vulnerável para a saúde e sem poder de mobilização para se organizarem em cooperativas de trabalho.

  5. Absenteísmo de consultas especializadas nos sistema de saúde público: relação entre causas e o processo de trabalho de equipes de saúde da família, João Pessoa – PB, Brasil.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronald Pereira CAVALCANTI

    2013-09-01

    Full Text Available O absenteísmo dos usuários nos serviços de saúde pública é um tema de constante abordagem na gestão do Sistema Único de Saúde. O município João Pessoa adotou ações de acompanhamento do absenteísmo de consultas especializadas o que despertou a necessidade de avaliar suas causas, relacionando ao processo de trabalho de Equipes de Saúde da Família. Foram realizadas visitas de observação e entrevistas a usuários em áreas de três equipes de saúde da família, complementadas com dados secundários e revisão bibliográfica. Os dados foram analisados através de estatística descritiva e análise de conteúdo de narrativa. Verificou-se um aumento de 7% do absenteísmo no período 2009/2010; discrepância nesse aumento entre as três equipes estudadas; relação do absenteísmo inversamente proporcional ao número de visitas domiciliares realizadas pelos agentes comunitários de saúde; não houve relação direta do absenteísmo com excesso de encaminhamentos para consultas especializadas. Nesse estudo foi possível observar que se trata de um fenômeno multi - causal, onde as relações de causa / efeito perpassam todos os atores envolvidos (trabalhadores, gestão e usuários, sendo as causas relacionadas com o serviço e gestão neste artigo entendidas como passíveis de correções mediante readequação do processo de trabalho das equipes.

  6. Estudo sobre os acidentes de trabalho com exposição aos líquidos corporais humanos em trabalhadores da saúde de um hospital universitário Estudio sobre los accidentes de trabajo con exposicíon a líquidos corporales humanos en trabajadores de la salud de un hospital universitario Study of work accidents related to human body fluids exposure among health workers at a university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Balsamo

    2006-06-01

    Full Text Available Este estudo descritivo exploratório, de abordagem quantitativa, teve como objetivos caracterizar os trabalhadores do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo que sofreram acidente de trabalho com exposição aos líquidos corporais humanos, e avaliar o protocolo de atendimento aos acidentados. A população consistiu de 48 trabalhadores que sofreram acidente, no período de julho de 2000 a junho de 2001. Para a coleta dos dados, foi elaborado um formulário e realizada entrevista. Os resultados mostraram que os trabalhadores do Departamento de Enfermagem foram os que apresentaram maior risco desses acidentes e 87,50% ocorreram com os materiais perfurocortantes. Quanto à situação/atividade, relacionada ao acidente, os trabalhadores informaram que 25% foram devido ao "ato inadequado durante a realização do procedimento" 19,64% dos trabalhadores referiram que o acidente simplesmente "aconteceu" e 29,17% responderam que não tinham sugestões. Este estudo forneceu ferramentas importantes para a revisão e elaboração de estratégias de prevenção dos acidentes com exposição aos líquidos corporais humanos.Este estudio tuvo como objetivos caracterizar a los trabajadores que sufrieron accidente de trabajo con exposición a líquidos corporales humanos y evaluar el procedimiento de atención a los accidentados. La población estudiada fue de 48 trabajadores que sufrieron accidentes, en el período de julio de 2000 hasta junio de 2001. Para la recogida de datos fue elaborado un formulario y realizada una entrevista. Los resultados mostraron que los trabajadores del Departamento de Enfermería fueron los que presentaron mayor riesgo con relación a estos accidentes y que el 87,50% ocurrió con materiales punzantes o cortantes. Respecto a la situación/actividad relacionada con el accidente, los trabajadores informaron que el 25% fue debido a "acción inadecuada durante la realización del procedimiento", el 19,64% de los

  7. Depressão em trabalhadores de linhas elétricas de alta tensão Depression in high voltage power line workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suerda Fortaleza de Souza

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a associação entre desequilíbrio esforços-recompensas no trabalho e sintomas depressivos em trabalhadores de linhas elétricas de alta tensão. MÉTODOS: Estudo de corte transversal realizado em 158 trabalhadores de uma empresa de energia elétrica no Nordeste do Brasil. As dimensões do modelo esforço-recompensa (ERI constituíram as variáveis independentes principais e a variável resposta foi depressão, medida pela escala Center for Epidemiologic Studies Depression (CES-D. Os dados foram analisados com técnicas de regressão logística múltipla. RESULTADOS: Trabalhadores no grupo de baixa recompensa apresentaram prevalência de depressão 6,2 vezes maior em relação àqueles no grupo de alta recompensa. A prevalência de depressão foi 3,3 vezes maior entre os trabalhadores em condição de desequilíbrio esforço-recompensa do que entre aqueles em situação de equilíbrio. CONCLUSÕES: A prevalência de depressão estava fortemente associada às dimensões de esforços e recompensas presentes no trabalho dos eletricitários.OBJECTIVE: To investigate the association between effort-reward imbalance and depressive symptoms among workers in high voltage power lines. METHODS: A cross-sectional study among 158 workers from an electric power company in Northeast Brazil. The main independent variables were the Effort-Reward Imbalance Model (ERI dimensions and the main dependent variable was the prevalence of depression, as measured by the Center for Epidemiologic Studies Depression (CES-D scale. Data were analyzed by multiple logistic regression techniques. RESULTS: The group of low reward workers presented a depression prevalence rate 6.2 times greater than those in the high reward group. The depression prevalence rate was 3.3 greater in workers in the situation of imbalanced effort-reward than in those in effort-reward equilibrium. CONCLUSIONS: The prevalence of depression was strongly associated with psychosocial

  8. Percepção de riscos do uso de agrotóxicos por trabalhadores da agricultura familiar do município de Rio Branco, AC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Blaya Leite Gregolis

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer as percepções de risco associadas ao uso de agrotóxicos no trabalho rural de pequenos produtores rurais. MÉTODO: Estudo de percepção de riscos relacionados ao trabalho rural, realizado entre o segundo semestre de 2008 e o primeiro de 2009, com base na avaliação psicológica de 42 pequenos agricultores do município de Rio Branco, AC, por meio de questionário estruturado com questões abertas e fechadas e aplicação de escalas psicométricas. RESULTADOS: Entre as mulheres, destacou-se a invisibilidade dos riscos associados ao uso desses agentes químicos no seu cotidiano de trabalho. A maioria das mulheres participantes não percebia a seriedade dos problemas de saúde relacionados à exposição a agrotóxicos, nem identificava como perigosas as atividades de trabalho que desempenhava. Entre os homens, observou-se a construção de estratégias defensivas baseadas na negação dos riscos, tática utilizada por esses indivíduos como forma de permanecerem, dia após dia, inseridos em um processo de trabalho sabidamente injurioso. CONCLUSÃO: O estudo mostrou que a percepção de riscos daquele grupo de pequenos agricultores influencia suas práticas de trabalho e a forma como responde frente ao risco representado pelo uso de agrotóxicos, devendo ser, portanto, objeto de análise em ações de vigilância em saúde do trabalhador e no escopo de iniciativas de gerenciamento de riscos.

  9. Estudo da ototoxicidade em trabalhadores expostos a organofosforados Ototoxicity study in workers exposed to organophosphate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Hiromi Hoshino

    2008-12-01

    Full Text Available A exposição ocupacional e ambiental aos agrotóxicos evidencia-se como um grave problema de Saúde Pública em nosso país. Entre os sintomas apresentados, a tonteira se destaca, em decorrência de uma provável ação tóxica. OBJETIVO: O objetivo do estudo é caracterizar os resultados do exame vestibular de trabalhadores rurais expostos ocupacionalmente e ambientalmente aos agrotóxicos organofosforados. MATERIAL E MÉTODO: Foi realizado um estudo de coorte com corte transversal em 18 trabalhadores rurais de Teresópolis, RJ. A faixa etária variou de 16 a 59 anos com uma média de 39,6 anos, sendo 5 trabalhadores do sexo masculino e 13 do sexo feminino. Foram utilizados três questionários com perguntas relacionadas à saúde geral e auditiva e perguntas específicas à tonteira e suas relações com o trabalho. Todos os trabalhadores passaram por uma avaliação clínica e realizaram os exames vectoeletronistagmografia e audiometria. RESULTADOS: Os resultados mostraram que 16 trabalhadores apresentaram alterações do equilíbrio corporal de tipo periférico irritativo e 7 trabalhadores apresentaram perdas auditivas do tipo neurossensorial, sugerindo que os agrotóxicos induzem alterações do sistema vestibular através de uma intoxicação lenta e silenciosa. CONCLUSÕES: O olhar clínico sobre esta população exposta a substâncias neuro-ototóxicas requer uma abordagem interdisciplinar, assegurando uma intervenção terapêutica e preventiva eficaz.Occupational and environmental exposure to agricultural pesticides represent an important health care problem in our country. Among the symptoms presented, dizziness stands out, because of a probable toxic action. AIM: The goal of our study was to characterize vestibular test results from rural workers occupationally and environmentally exposed to organophosphates used in agricultural pesticides. MATERIALS AND METHODS: We carried out a cohort cross-sectional study with 18 rural workers

  10. Trabalho infantil em Pelotas: perfil ocupacional e contribuição à economia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Facchini Luiz Augusto

    2003-01-01

    Full Text Available O trabalho infantil é um fenômeno global de grandes proporções, especialmente em países em desenvolvimento. Estima-se que, em todo o mundo, 352 milhões de crianças e adolescentes menores de 18 anos são economicamente ativos, incluindo atividades remuneradas, trabalho não-pago, ilegal e no setor informal da economia. No Brasil, cerca de 9,3 milhões de crianças entre 10 e 17 anos trabalham. Os estudos sobre a contribuição econômica das crianças à renda familiar são escassos. Este artigo apresenta o perfil ocupacional e a contribuição econômica de crianças e adolescentes, com destaque para aspectos relacionados à idade, ao gênero, à escolaridade e à situação socioeconômica de suas famílias em uma amostra de 4.924 indivíduos entre 6 e 17 anos, representativa dos setores urbanos pobres de Pelotas. As crianças e adolescentes trabalhadores contribuíam em média com 18% da renda familiar. Dos que trabalhavam, metade contribuía no mínimo com 10% da renda familiar e um quarto respondia por 25% ou mais da renda familiar. Quanto menor a renda familiar dos adultos, maior a proporção da contribuição de crianças e adolescentes à renda familiar total, maior a exclusão escolar de adolescentes trabalhadores e maior a jornada de trabalho infanto-juvenil.

  11. Trabalho infantil em Pelotas: perfil ocupacional e contribuição à economia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Augusto Facchini

    Full Text Available O trabalho infantil é um fenômeno global de grandes proporções, especialmente em países em desenvolvimento. Estima-se que, em todo o mundo, 352 milhões de crianças e adolescentes menores de 18 anos são economicamente ativos, incluindo atividades remuneradas, trabalho não-pago, ilegal e no setor informal da economia. No Brasil, cerca de 9,3 milhões de crianças entre 10 e 17 anos trabalham. Os estudos sobre a contribuição econômica das crianças à renda familiar são escassos. Este artigo apresenta o perfil ocupacional e a contribuição econômica de crianças e adolescentes, com destaque para aspectos relacionados à idade, ao gênero, à escolaridade e à situação socioeconômica de suas famílias em uma amostra de 4.924 indivíduos entre 6 e 17 anos, representativa dos setores urbanos pobres de Pelotas. As crianças e adolescentes trabalhadores contribuíam em média com 18% da renda familiar. Dos que trabalhavam, metade contribuía no mínimo com 10% da renda familiar e um quarto respondia por 25% ou mais da renda familiar. Quanto menor a renda familiar dos adultos, maior a proporção da contribuição de crianças e adolescentes à renda familiar total, maior a exclusão escolar de adolescentes trabalhadores e maior a jornada de trabalho infanto-juvenil.

  12. Intoxicações por agrotóxicos entre trabalhadores rurais de fruticultura, Bento Gonçalves, RS Intoxicaciones por agrotóxicos entre trabajadores rurales de fruticultura, Bento Gonçalves, Sur de Brasil Poisoning by pesticides among family fruit farmers, Bento Gonçalves, Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neice Müller Xavier Faria

    2009-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a exposição ocupacional e a incidência de intoxicações agudas por agrotóxicos, especialmente os organofosforados. MÉTODOS: Estudo descritivo com 290 agricultores da fruticultura do município Bento Gonçalves, RS, conduzido em duas etapas, no ano 2006. Ambas etapas foram completadas por 241 trabalhadores: no período de baixo uso e de intenso uso dos agrotóxicos. Foram coletados dados sobre a propriedade, exposição ocupacional aos agrotóxicos, dados sociodemográficos e freqüência de problemas de saúde utilizando-se questionário padronizado. As intoxicações foram caracterizadas por relato de episódios, sintomas relacionados aos agrotóxicos e exames de colinesterase plasmática. Os casos foram classificados segundo a matriz proposta pela Organização Mundial de Saúde (OMS. RESULTADOS: Em média foram usados 12 tipos de agrotóxicos em cada propriedade, principalmente glifosato e organofosforados. A maioria usava trator durante a aplicação de pesticidas (87%, entregava as embalagens para a coleta seletiva (86% e usava equipamentos de proteção durante as atividades com agrotóxicos (>94%. Dentre os trabalhadores, 4% relataram intoxicações por agrotóxicos nos 12 meses anteriores à pesquisa e 19% em algum momento da vida. Segundo o critério proposto pela OMS, 11% foram classificados como casos prováveis de intoxicação aguda. Entre os que tinham usado organofosforados nos dez dias anteriores ao exame, 2,9% apresentaram dois ou mais sintomas relacionados aos agrotóxicos, assim como redução de 20% da colinesterase. CONCLUSÕES: A ocorrência de intoxicações a partir da percepção dos trabalhadores esteve dentro do esperado, mas a estimativa com base na classificação da OMS captou uma proporção maior de casos. A quebra na safra reduziu o uso de inseticidas e pode explicar a baixa ocorrência de alterações laboratoriais. Os critérios para definição de intoxicação por agrotóxicos, bem

  13. Subjetividade e segurança do trabalho: a experiência de um grupo de mútua ajuda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilbert Cardoso Bouyer

    2010-01-01

    Full Text Available Este trabalho investigou a relação entre subjetividade e segurança do trabalho no setor de manutenção de uma empresa demineração de grande porte. Verificou que a experiência com um grupo de mútua ajuda pode ser usada como instrumento demelhoria da segurança do trabalho. Foi estudado um grupo de mútua ajuda denominado Programa Hoje Não, composto por35 trabalhadores do setor de manutenção. Os métodos empregados foram entrevistas conforme os modelos da psicodinâmicado trabalho e da psicossociologia, além da clínica do trabalho e da análise ergonômica do trabalho. Com as técnicas do ProgramaHoje Não, aplicadas no grupo, o número de acidentes foi reduzido até atingir valores nunca alcançados em 11 anos.

  14. Fatores de risco para absenteísmo com licença médica em trabalhadores da indústria de petróleo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nágila Soares Xavier Oenning

    2014-02-01

    Full Text Available OBJETIVO : Identificar fatores de risco para o absenteísmo com licença médica em trabalhadores de empresa de petróleo. MÉTODOS : Estudo caso-controle (120 casos e 656 controles aninhado a um estudo de coorte retrospectivo com todos os trabalhadores de uma empresa de petróleo na Região Norte-Nordeste do Brasil entre 2007 e 2009. A variável resposta utilizada para representar o absenteísmo com licença médica foi a incidência média de faltas com licenças médicas no período, definida pela razão entre o total de dias de licenças médicas e os dias potencialmente trabalháveis no período. Análise de regressão logística foi utilizada para investigar a associação entre incidência média de faltas > 5,0% no período e as variáveis sexo, cargo, idade, tempo de atuação, regime de trabalho, tabagismo, hipertensão arterial, índice de massa corporal, atividade física, risco coronariano, sono, glicemia, diabetes não controlado, doença do aparelho cardiovascular, digestivo, aparelho locomotor, neurológica, neoplasia, posturas forçadas no trabalho, satisfação com o trabalho, relacionamento com a chefia e atenção concentrada no trabalho. RESULTADOS : A incidência média de faltas com licenças médicas > 5,0% no período da coorte foi 15,5%. O modelo logístico revelou que trabalhadores com incidência média de faltas > 5,0% tiveram 2,6 vezes mais chance de ser do sexo feminino; 2,0 vezes mais chance de ser fumante; 1,8 vez mais chance de ser ex-fumante, 2,2 vezes mais chance de relatar sono anormal e 10,5 vezes mais chance de estarem insatisfeitos com o trabalho do que trabalhadores com incidência média de faltas ≤ 5,0% no período. CONCLUSÕES : Sexo feminino, ser fumante ou ex-fumante, estar insatisfeito com o trabalho e relatar sono anormal são bons preditores de absenteísmo ao trabalho por doença.

  15. Poderá ser a criminalização do assédio moral e/ou mobbing, rectius no trabalho, respeitadora dos principios constitucionais da necessidade, adequação, proporcionalidade e intervenção mínima penais? A lesão dos direitos fundamentais constitucionais dos trabalhadores: o caso português

    OpenAIRE

    Bandeira, Gonçalo S. de Melo

    2011-01-01

    O direito constitucional português ao trabalho: introdução § Algumas ideias sobre o assédio moral ou psicológico: as principais vítimas, as diferenças do bullying (e/ou intimidação ou tiranizar), os fundamentos, o seu estudo § O contexto do ordenamento jurídico português: algumas consequências do assédio moral § O direito geral à personalidade § A distinção entre o assédio moral e outras figuras § O assédio sexual faz parte do assédio moral em sentido amplo § Dentro do probl...

  16. Assédio moral e violências no trabalho: caracterização em perícia judicial. Relato de experiência no setor bancário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Queiroz Barbeiro Lima

    Full Text Available Este artigo apresenta uma investigação sobre assédio moral em trabalhadores acometidos por Lesões por Esforços Repetitivos/ Doença Osteomuscular Relacionada ao Trabalho (LER/DORT realizada durante perícia judicial de uma ação coletiva de trabalhadores de uma instituição bancária. Apresenta-se o plano de trabalho de uma perícia envolvendo caracterização de assédio moral e violências no trabalho, destacando-se as dificuldades encontradas, principalmente, pelo tempo decorrido entre a abertura do processo e a perícia, pelo medo sentido pelas testemunhas e pessoas potencialmente envolvidas e pela ausência de instrumentos padronizados para caracterização do assédio. A análise pericial identificou ambiente de trabalho propício ao assédio moral devido aos sistemas de gestão e organizacionais adotados e identificou potencialização de sobrecarga mental e psíquica dos trabalhadores com LER/DORT por sujeição a pressões para que desistissem de comprovar a relação da doença com o trabalho. Por seu caráter coletivo, a perícia abriu possibilidades de se analisar e avaliar situações de trabalho que, isoladamente, teriam pesos menores do que vistos sob o olhar sistêmico e organizacional.

  17. Gênero e jornada de trabalho: análise das relações entre mercado de trabalho e família Gender and the work week: analysis of the relationships between the work market and the family

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio Salvadori Dedecca

    2009-06-01

    Full Text Available A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad propicia, desde o início da década, informações sobre a existência e a extensão do trabalho em afazeres domésticos. Esta informação, acrescida da jornada no mercado de trabalho, possibilita a construção de um indicador sobre a intensidade da jornada total de trabalho no mercado e extramercado. Este ensaio analisa a intensidade da jornada total de trabalho para homens e mulheres, considerando as condições de inserção ocupacional, o rendimento familiar e o ciclo familiar. A análise explicita que mulheres em ocupações menos estáveis, de menor qualificação, maior renda e com filhos mais jovens tendem a ter jornadas totais mais longas quando comparadas às dos homens em situação ocupacional e familiar semelhante e às das mulheres com ocupações mais qualificadas, de mais alta renda e também com filhos jovens. Os resultados do ensaio indicam a necessidade de políticas públicas capazes de construir instrumentos de proteção às mulheres e que considerem a diferenciação social relacionada ao tipo de inserção no mercado. Ademais, o estudo aponta que as políticas de emprego não podem ficar restritas ao mercado de trabalho, necessitando também alcançar as condições de organização do núcleo familiar.The National Survey per Household Sampling (NSHS has provided, since the early 2000's, information on the existence and extent of work in household chores. This information, added of the work week in the work market, allows for the construction of an index of the intensity of the total work week in the market and in the extra-market. This essay analyzes the intensity of the total work week for men and women, considering the conditions of occupational insertion, family income, and the family cycle. The analysis shows that women who hold less stable occupations that require less qualification, who have better incomes, and have younger children tend to have longer total

  18. Trabalho docente nas universidades federais: tensões e contradições

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Lemos

    Full Text Available Este artigo analisa o trabalho docente nas Universidades Federais, em especial na Universidade Federal da Bahia, entre 2005 e 2008, a partir do fenômeno da precarização social do trabalho e da consequente alienação do trabalhador, baseando-se nos resultados de pesquisa de doutorado realizada na UFBA. Descreve as dimensões fundamentais desse processo: a multiplicidade de tarefas, a captação de recursos internos e externos para a pesquisa, as contradições entre a formação e as demandas do sistema universitário, a sobrecarga de trabalho e suas consequências, como ausência do lazer, perda de controle sobre o projeto acadêmico e adoecimento. Conclui que a principal contradição vivida pelo docente é a de que a autonomia percebida por ele não é a exercida, uma vez que está submetido a diversos controles internos e externos do sistema meritocrático, cujas exigências ultrapassam a capacidade física e psíquica do professor para responder adequadamente. Entretanto, compreender o processo de alienação é a base para a transformação e emancipação daqueles que possuem o papel fundamental de desenvolver as capacidades do outro.

  19. Condições de trabalho e automação: o caso do soprador da indústria vidreira Work conditions and automation: the case of glassblower

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima F Queiróz

    2001-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar como o controle de tarefas e o uso de diferentes tecnologias e de estrutura organizacional determinam o processo de saúde-doença. MÉTODOS: O estudo foi desenvolvido em duas indústrias vidreiras -- automática e manual --, no Município de São Paulo, Brasil, entre 1996 e 1997. A metodologia utilizada teve como base a análise ergonômica do trabalho. A pesquisa foi realizada utilizando-se estudo de caso e comparações entre dois grupos de trabalhadores, incluindo observação direta dos postos de trabalho, entrevistas e um questionário respondido por 41 trabalhadores: 14 da sopragem manual de vidro e 27 da operação da máquina automática. O questionário estruturado versava sobre queixas de saúde e características do trabalho e do posto. RESULTADOS: A comparação entre os dois grupos de trabalhadores apontou diferenças estatisticamente significativas em relação às respostas sobre o nível de ruído, as ferramentas de trabalho, a variação de postura no posto de trabalho e as queixas de dores nos braços. Foram detectados fatores de risco, tais como repetição dos movimentos para os trabalhadores da indústria manual e fatores da organização do trabalho nas duas indústrias, tais como ritmo, participação em decisões importantes e treinamento. CONCLUSÕES: O uso da metodologia ergonômica mostrou-se adequada. O estudo confirmou a exposição dos trabalhadores a intensidades elevadas de ruído e a altas temperaturas. Na indústria manual, o trabalhador parece desempenhar um papel que o faz se sentir mais importante, pois ele realiza uma parte significativa do trabalho total, diferentemente do trabalhador da indústria automática que está "vigiando" um processo em que a máquina é a produtora.OBJECTIVE: To investigate how the use of different technologies, organizational structures, and task control determine the health-disease process in workers.. METHODS: The study was developed in two glass

  20. Repercussões da ambiência hospitalar na perspectiva dos trabalhadores de limpeza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elen Petean

    Full Text Available Objetivou-se compreender o trabalho de limpeza hospitalar da perspectiva dos trabalhadores e descrever, na visão deles, as repercussões da ambiência hospitalar sobre o seu cotidiano de vida e trabalho. É um estudo de caso de abordagem qualitativa, empregando a hermenêutica como apoio teórico-metodológico. Os dados foram colhidos por meio da observação não participante e de entrevista com cinco trabalhadoras da limpeza de um hospital universitário. A análise foi por meio de leituras, buscando-se as unidades de significados contidas na transcrição dos dados empíricos, que permitiu o desmembramento em duas categorias: o cotidiano do trabalho de limpeza hospitalar e os reflexos da terceirização na vida do trabalhador da limpeza hospitalar. No hospital estudado, predominou o trabalho feminino e a constante preocupação com os riscos à saúde, principalmente os riscos biológicos. A terceirização reflete-se diretamente sobre o trabalhador, causando-lhe a sensação de um menor valor social e humano. Aponta-se a necessidade dos hospitais oferecerem um ambiente mais acolhedor ao trabalhador terceirizado da limpeza, tão exigidos física e mentalmente.

  1. Reestruturação produtiva e saúde do trabalhador: um estudo de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Silvia Monteiro

    1998-04-01

    Full Text Available Foi realizado um estudo de caso em uma empresa tendo como objetos da pesquisa a forma de administração praticada e os trabalhadores da área de produção, e como objetivo identificar os possíveis efeitos das estratégias participativas no trabalho sobre a saúde dos trabalhadores. Analisaram-se dados relativos à empresa: histórico, características da administração praticada, organização da produção e do processo de trabalho; e também dados relacionados aos trabalhadores da área de produção: idade, grau de escolaridade, percepção sobre o trabalho, vida familiar, vida social, lazer e morbidade referida. Concluiu-se que as características da administração praticada tiveram origem nas idéias vindas do Japão, incluindo a flexibilização da produção, a terceirização, a polivalência e a participação no trabalho. Para os trabalhadores, a participação no trabalho foi sempre referida de forma ambígua, alguns relatando efeitos positivos, como maior liberdade e respeito, com boas repercussões na vida dentro e fora do trabalho. Para uma parte da população estudada, as características da organização do trabalho praticada na empresa têm efeitos deletérios sobre sua saúde, gerando queixas de dificuldade para dormir, nervosismo, sonhos com o trabalho, dores de cabeça etc.

  2. Reestruturação produtiva e saúde do trabalhador: um estudo de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monteiro Maria Silvia

    1998-01-01

    Full Text Available Foi realizado um estudo de caso em uma empresa tendo como objetos da pesquisa a forma de administração praticada e os trabalhadores da área de produção, e como objetivo identificar os possíveis efeitos das estratégias participativas no trabalho sobre a saúde dos trabalhadores. Analisaram-se dados relativos à empresa: histórico, características da administração praticada, organização da produção e do processo de trabalho; e também dados relacionados aos trabalhadores da área de produção: idade, grau de escolaridade, percepção sobre o trabalho, vida familiar, vida social, lazer e morbidade referida. Concluiu-se que as características da administração praticada tiveram origem nas idéias vindas do Japão, incluindo a flexibilização da produção, a terceirização, a polivalência e a participação no trabalho. Para os trabalhadores, a participação no trabalho foi sempre referida de forma ambígua, alguns relatando efeitos positivos, como maior liberdade e respeito, com boas repercussões na vida dentro e fora do trabalho. Para uma parte da população estudada, as características da organização do trabalho praticada na empresa têm efeitos deletérios sobre sua saúde, gerando queixas de dificuldade para dormir, nervosismo, sonhos com o trabalho, dores de cabeça etc.

  3. Marx e Marcuse: Acerca da Alienação do Homem e seu Trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Goulart

    2017-02-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo apresentar e analisar o conceito de alienação nos manuscritos do jovem Marx e a respectiva análise feita por Herbert Marcuse acerca de tal conceito. O primeiro passo é apresentar a distinção e similitude entre os termos alemães Entäusserung e Entfremdung que dão origem a tal conceito. Depois vemos como na análise de Marx seria evidente que na lógica capitalista o trabalhador e seu trabalho estão rebaixados à miserável posição de mercadoria barata e substituível onde o fruto de seu trabalho torna-se cada vez mais distante. Nesta relação o trabalho se torna uma potência sobre o ser humano, fato este que seria a origem de diversos problemas sociais e formas de violência. Depois apresentamos a análise feita por Marcuse acerca dos respectivos texto de Marx, onde veremos os motivos porque ele acreditava que alienação e trabalho seriam conceitos ligados a essência humana e consequentemente muito além da economia.

  4. Trabalho subordinado e qualidade de vida: conciliação impossível

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giuseppina De Grazia

    2013-02-01

    Full Text Available O artigo trata da deterioração da condição humana resultante das novas formas de subjugação do trabalho ao capital, a partir de alguns resultados preliminares de pesquisa desenvolvida junto a algumas categorias de trabalhadores na Região Metropolitana doRio de Janeiro. Busca-se aprofundar a investigação em relação às consequências do alastramento de fenômenos que se reproduzem em escala mundial como desemprego, trabalhos parciais e precarizados, concomitantemente a uma brutal intensificação do trabalho em jornadas que se prolongam noite adentro e fins de semana, invadindo e subjugando os demais tempos sociais. As consequências des-trutivas, tanto no que se refere à vida pessoal, à saúde física e mental,como ao conjunto das relações sociais, ao contrário do que afirmamalgumas teorias recentes, reforçam a vigência da centralidade dotrabalho na vida humana. Simultaneamente, porém, atestam a con-tradição insolúvel entre o trabalho subordinado aos interesses do capital e a emancipação humana.

  5. Varredores de rua: acidentes de trabalho ocorridos na cidade de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, Brasil Barredores de la calle: accidentes de trabajo ocurridos en la ciudad de Ribeirão Preto, Provincia de São Paulo, Brasil Street orderlies: occupational accidents occurred in the city of Ribeirão Preto, State of São Paulo, Brazil

    OpenAIRE

    Edilene Aparecida Araújo da Silveira; Maria Lúcia do Carmo Cruz Robazzi; Margarita Antonia Villar Luis

    1998-01-01

    O trabalho executado pelos garis ou varredores de rua é de remoção de detritos e entulhos presentes nos logradouros públicos. É considerado insalubre, pelo contato íntimo que expõe os trabalhadores a agentes presentes nos lixos urbanos. Como realizam suas tarefas em ambientes abertos, encontram-se submetidos a diversos tipos de agressões. O presente estudo teve como objetivo geral investigar os acidentes de trabalho registrados, ocorridos entre os garis, na cidade de Ribeirão Preto, Estado de...

  6. Disseminação de práticas de segurança e saúde do trabalho entre empresas de construção por meio de ambientes colaborativos de aprendizagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabricio Borges Cambraia

    Full Text Available Resumo Os ambientes colaborativos de aprendizagem representam uma oportunidade para a disseminação de práticas de segurança e saúde do trabalho entre empresas de construção, o que favorece o desenvolvimento local e regional. Contudo, pouco se conhece acerca dos fatores que determinam o sucesso desse processo de aprendizagem. Nesse sentido, o presente artigo tem como objetivo identificar um conjunto de fatores que contribuem para o processo de disseminação de práticas de segurança e saúde no trabalho entre um grupo de empresas de construção envolvidas em um ambiente colaborativo de aprendizagem. Com base na observação e avaliação das estratégias utilizadas na condução desse ambiente colaborativo e das práticas implantadas pelas empresas participantes durante o programa e avaliadas após seis meses de seu término, foram identificados dez fatores que contribuíram para a disseminação de práticas entre as empresas. Esses fatores podem ser utilizados para orientar o desenvolvimento de novos ambientes colaborativos com objetivos semelhantes e promover o desenvolvimento local de empresas de construção civil de pequeno porte.

  7. Comprometimento organizacional de trabalhadores de call center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kely César Martins Paiva

    2015-09-01

    Full Text Available RESUMOO Neste artigo, analisa-se como se apresenta o comprometimento organizacional de trabalhadores de um call center, localizado em Belo (A Horizonte (Minas Gerais, Brasil. Após o delineamento conceitual UJ do tema central, são expostos os resultados de um estudo de caso descritivo, realizado com abordagens quantitativa e qualitativa. Os dados de 399 questionários e 22 entrevistas são, respectivamente, tratados estatisticamente e submetidos à análise de conteúdo. A base de comprometimento que predominou entre esses infoproletários foi "obrigação pelo desempenho" e, em menor grau, "afetiva". Foi observado que quanto maior é o seu tempo de experiência nesse tipo de organização, menores são os níveis de comprometimento de modo geral, fatos esclarecidos, parcialmente, por meio das entrevistas.

  8. Caracterização das atividades educativas de trabalhadores de enfermagem na ótica da educação permanente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Marques da Silva

    2009-09-01

    Full Text Available Este estudo discute a reciprocidade entre práticas de saúde e educativas e objetiva caracterizar os trabalhadores deenfermagem e suas atividades educativas em região do município de São Paulo. Estudo exploratório-descritivoquantitativo, realizado em 18 serviços de saúde entre 2005/2006, cuja coleta de dados foi feita por meio de entrevistae aplicação de dois formulários. Identificou-se que 84,8% dos trabalhadores de enfermagem atuam nos hospitais epronto socorro (PS; 22,5% são enfermeiros, 15,2%, técnicos de enfermagem (TE e 62,3%, auxiliares deenfermagem (AE. Das 245 ações educativas mapeadas, 78,4% são realizadas nos hospitais e PS,predominantemente, focadas na recuperação da saúde; 46,9% estão direcionadas aos enfermeiros, 39,6% aosenfermeiros, TE e AE e 13,5%, aos TE e AE; 21,2% ações utilizam estratégias tradicionais de ensino e 15,1%, asparticipativas; 69% têm duração de 01-20h; 55,5% são realizadas fora do serviço. Apesar de predominar atividadeseducativas voltadas aos enfermeiros, orientadas para recuperação da saúde, com utilização de estratégias de ensinotradicionais, a presença de ações ancoradas no cotidiano de trabalho, remete à concepção de educação permanente eassinala possibilidades de mudança da abordagem das práticas educativas de trabalhadores na perspectiva daintegralidade da saúde e do cuidado integral de enfermagem.

  9. Doença do disco intervertebral em trabalhadores da perfuração de petróleo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernandes Rita de Cássia Pereira

    2000-01-01

    Full Text Available Estudo transversal em 1.026 trabalhadores em distrito de perfuração de petróleo do Nordeste brasileiro mostrou prevalência global de doença do disco intervertebral lombar de 5%, variando de 1,8% (atividades sem manuseio de carga, 4,5% (manuseio ocasional até 7,2% (manuseio habitual. Tal prevalência foi de 11,4% em operadores de sonda de perfuração de petróleo com mais de 40 anos de idade e de 10,5% naqueles com mais de 15 anos de empresa. A razão de prevalência (R.P. à associação entre trabalho em operação de sonda e doença do disco foi 2,3 (I.C. 95%: 1,3, 4,0. Para minimizar o efeito sobrevivência do trabalhador sadio foram usadas informações retrospectivas acerca da exposição. A informação referente à ocupação atual em lugar do histórico ocupacional resultaria em RP subestimada de 1,1 (I.C. 95%: 0,6, 1,9. A regressão logística ratificou os achados da análise tabular. Não houve confundimento nem interação. O incremento da indústria de petróleo no país e as alterações na gestão e contratação da força de trabalho implicam mudanças no gerenciamento de risco e controle de saúde, além de pronta intervenção ergonômica para controle da doença.

  10. Doença do disco intervertebral em trabalhadores da perfuração de petróleo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Pereira Fernandes

    2000-09-01

    Full Text Available Estudo transversal em 1.026 trabalhadores em distrito de perfuração de petróleo do Nordeste brasileiro mostrou prevalência global de doença do disco intervertebral lombar de 5%, variando de 1,8% (atividades sem manuseio de carga, 4,5% (manuseio ocasional até 7,2% (manuseio habitual. Tal prevalência foi de 11,4% em operadores de sonda de perfuração de petróleo com mais de 40 anos de idade e de 10,5% naqueles com mais de 15 anos de empresa. A razão de prevalência (R.P. à associação entre trabalho em operação de sonda e doença do disco foi 2,3 (I.C. 95%: 1,3, 4,0. Para minimizar o efeito sobrevivência do trabalhador sadio foram usadas informações retrospectivas acerca da exposição. A informação referente à ocupação atual em lugar do histórico ocupacional resultaria em RP subestimada de 1,1 (I.C. 95%: 0,6, 1,9. A regressão logística ratificou os achados da análise tabular. Não houve confundimento nem interação. O incremento da indústria de petróleo no país e as alterações na gestão e contratação da força de trabalho implicam mudanças no gerenciamento de risco e controle de saúde, além de pronta intervenção ergonômica para controle da doença.

  11. Participação dos trabalhadores: um estudo sobre as práticas e as representações em uma organização participativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Coutinho Maria Chalfin

    2002-01-01

    Full Text Available Este artigo descreve e analisa as relações entre as práticas participativas e as representações sobre participação de trabalhadores de uma organização participativa. Foram realizadas observações em três fábricas de um grupo industrial catarinense e entrevistados 43 trabalhadores de três categorias profissionais que exercem atividades diretamente ligadas à produção. A partir da análise de conteúdo dos dados coletados, foi possível constatar que os trabalhadores têm possibilidades bastante limitadas de participar, sendo tais limites mais acentuados quanto menor o nível hierárquico. Observou-se, ainda, que os entrevistados tendem a incorporar em suas representações sobre participação as limitações de sua experiência concreta no trabalho.

  12. Políticas e práticas de conciliação entre família e trabalho no Brasil: issues and policies in Brazil Reconciling work and family

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bila Sorj

    2007-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é situar a problemática da conciliação entre trabalho remunerado e responsabilidades familiares no recente processo de transformação da estrutura das famílias e do mercado de trabalho no Brasil. A partir de dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, é feita uma caracterização das mudanças nas estruturas das famílias brasileiras e da inserção das mulheres no mercado de trabalho de acordo com a estrutura da família. Particularmente, pretendemos mostrar que o baixo desenvolvimento de serviços coletivos que permitem socializar os custos dos cuidados com a família prejudica a quantidade e qualidade da inserção feminina, sobretudo das mães, no mercado de trabalho.The aim of this paper is to discuss the problems related to the reconciliation of work and family responsibilities in the recent process of family structure and labor market transformation in Brazil. Based on data from the National Sample Household Survey of the Brazilian Institute of Geography and Statistics, it outlines the changes in Brazilian family and participation of women in the labor market according to family composition. Our main purpose is to show that the poor development of public services, which would allow the socialization of family care costs, is harmful to the female participation, in the labor market, on a qualitative and quantitative basis.

  13. Considerações sobre Psicologia, trabalho e cotidiano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Regina Vargas Mansano

    2017-11-01

    Full Text Available A Psicologia Organizacional pode ser considerada uma das áreas de intervenção mais consolidadas no âmbito da Psicologia no Brasil, sendo que seus profissionais são requisitados de maneira recorrente para atuar junto ao setor de Recursos Humanos. Ao mesmo tempo, o cenário laboral contemporâneo continua a reproduzir e a sofisticar uma sistemática exploração dos trabalhadores, tanto no que diz respeito ao tempo de trabalho (cada vez mais ampliado pelas tecnologias de comunicação e controle quanto em relação às dimensões subjetivas que são colocadas a serviço da produção. O presente estudo propõe um debate sobre a inserção do psicólogo no setor de Recursos Humanos, problematizando três dimensões: a complexa relação estabelecida entre trabalhadores e organizações, a concepção de homem adotada por tais profissionais e o papel ético e político da psicologia diante das exigências laborais contemporâneas. Como conclusão parcial, consideramos que cabe a este profissional a difícil tarefa de abrir brechas no sistema rígido de acumulação e competitividade que predomina nas organizações capitalistas para apoiar e sustentar formas de intervenção que privilegiem a expansão vida e suas variações subjetivas.

  14. Intervenção comunitária para prevenção de acidentes de trânsito entre trabalhadores ciclistas Intervención comunitaria para la prevención de accidentes de tránsito entre trabajadores ciclistas A community intervention to prevent traffic accidents among bicycle commuters

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giancarlo Bacchieri

    2010-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar uma intervenção educacional de prevenção de acidentes de trânsito com trabalhadores que utilizam a bicicleta como modo de transporte. MÉTODOS: Estudo de intervenção, longitudinal, com implementação escalonada, realizado em cinco bairros com características geográficas distintas na cidade de Pelotas, RS, de janeiro de 2006 a maio de 2007. Foram sorteados 42 setores censitários desses bairros. Todos os domicílios foram visitados em busca de trabalhadores do sexo masculino que utilizassem a bicicleta como modo de transporte, resultando em uma amostra de 1.133 indivíduos. Foram analisados como desfechos "acidentes de trânsito" e de "quase-acidentes". Mensalmente, via telefone, os ciclistas eram questionados a respeito da ocorrência de acidentes de trânsito e de "quase-acidentes". Quinzenalmente, a partir do segundo mês de acompanhamento, um grupo de aproximadamente 60 ciclistas era convidado a participar da intervenção, que incluía um componente educativo (palestra e apresentação de vídeo educativo, distribuição de um kit de segurança (colete noturno refletivo, cartilha educativa e fitas refletivas e revisão dos freios da bicicleta (manutenção realizada se necessário. Regressão de Poisson, com ajuste para o efeito do tempo, foi utilizada para medir o efeito da intervenção. RESULTADOS: Aproximadamente 45% dos ciclistas não compareceram à intervenção. Durante o período do estudo, 9% dos indivíduos informaram um acidente de trânsito e 88%, um quase-acidente. No total, ocorreram 106 acidentes e 1.091 quase-acidentes. Não foi observado efeito da intervenção em ambos os desfechos. CONCLUSÕES: A intervenção proposta não foi capaz de reduzir acidentes entre trabalhadores ciclistas. Falta de interesse em segurança por parte dos ciclistas e fatores externos, tais como infra-estrutura das vias e comportamento dos motoristas, podem ter colaborado para esse resultado.OBJETIVO: Evaluar una

  15. A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO E O COMERCIÁRIO DO CARREFOUR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luzimar Barreto França Junior

    2012-07-01

    Full Text Available O texto faz parte de pesquisa produzida visando compreender o processo de reestruturação das grandes redes varejistas ocorrido desde a última década do século passado e os seus reflexos no processo de trabalho e junto aos trabalhadores destas redes. Se para a absorção e consumo da produção fordista houve a necessária transformação do comércio de varejo para atendimento das necessidades postas pelo capital, com o aparecimento do supermercado ao mesmo tempo em que a linha de montagem proposta pelo fordismo alcançava sua hegemonia. Com o toyotismo não foi diferente. Para este novo modelo de produção, novamente o setor do comércio varejista teve que experimentar mudanças significativas, ainda que tardiamente. As diversas transformações ocorridas no setor do comércio varejista levaram a um intenso processo de precarização e intensificação do trabalho. Fenômenos já verificados em outros setores, tais como a reestruturação capitalista, a precarização das condições de trabalho, monopolização/oligopolização, a desindicalização, entre outros, ganham novos contornos quando relacionados ao universo dos trabalhadores comerciários das grandes redes varejistas (Carrefour.

  16. A problemática da mudança e as relações entre os homens na organização do trabalho: um velho estudo de caso com uma nova análise

    OpenAIRE

    Juan Adolfo Brandt

    2006-01-01

    Esta dissertação tem como tema a problemática da mudança e as relações entre os homens na organização do trabalho. Visitaremos as ocorrências de um projeto de qualidade total levado a efeito em uma empresa estatal, em meados da década de 1990, que teve sua atuação direcionada para a participação efetiva de operadores na solução de problemas. Essa intervenção foi fundamentada em um dispositivo de grupos que buscava o diálogo entre gerentes e não-gerentes. Durante seu desenvolvimento foi expost...

  17. A saúde do trabalhador na concepção de acadêmicos de enfermagem La salud del trabajador en la concepción del académico en enfermeria Worker's health in nursing undergraduates' conception

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Pinho Azambuja

    2007-09-01

    Full Text Available Neste estudo, de abordagem qualitativa, buscamos compreender a concepção do acadêmico de enfermagem do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina sobre saúde do trabalhador. Foram feitas três questões a vinte acadêmicos: O que entende por saúde do trabalhador? De que forma a enfermagem pode contribuir para a saúde do trabalhador? Qual a relação que existe entre trabalho e estilo de vida? Os resultados foram agrupados nos temas: concepções sobre saúde do trabalhador; papel da enfermagem no contexto da saúde do trabalhador; relação entre trabalho e estilo de vida. Destacamos a interrelação entre trabalho e estilo de vida, e trabalho e saúde do trabalhador. As reflexões realizadas reforçam a necessidade dessa temática ser discutida nas universidades, para que os acadêmicos sejam estimulados a pensar sobre sua saúde desde o início da academia. Assim estimulados, acreditamos que possam incorporar ações de proteção voltadas a sua saúde no trabalho.En este papel, de abordaje cualitativo, intentamos entender el concepto del curso de enfermería de la Universidad Federal de Santa Catarina sobre la salud del trabajador. Fueron contestadas tres preguntas hechas a veinte académicos: ¿Cuál es tu comprensión sobre la salud del trabajador? ¿De qué forma la enfermería puede ayudar a mejorar la salud del trabajador? ¿Cuál es la relación entre el trabajo y el estilo de vida del trabajador? Los resultados habían sido organizados en forma de temas: conceptos sobre la salud del trabajador; carácter de la enfermería en el contexto de la salud del trabajador y relación entre trabajo y estilo de vida. Destacamos la interrelación entre trabajo y estilo de vida y trabajo con la salud del trabajador. El énfasis a las contemplaciones hechas refuerzan la necesidad que ese tema tiene para ser discutido en las universidades, así como, estimular a los académicos a pensar en su propia salud desde el principio

  18. Faltas ao trabalho por problemas de saúde na indústria Work days lost due to health problems in industry

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sylvia Regina Trindade Yano

    2012-05-01

    Full Text Available Neste estudo transversal, estima-se a prevalência de episódios de faltas ao trabalho por motivo de saúde (FTS, e fatores associados, focalizando o trabalho na indústria. A população do estudo foi uma amostra aleatória por conglomerado de 3.403 trabalhadores de 16 a 65 anos residentes em Salvador, Bahia, Brasil. Dados foram obtidos em entrevistas domiciliares. Entre os trabalhadores da indústria, a prevalência em um ano de FTS em geral, foi 12,5%, 5,5% para FTS relacionados ao trabalho, e 4,1% para FTS agravados pelo trabalho. Não houve diferenças estatisticamente significantes em relação aos demais trabalhadores. Fatores associados à FTS foram percepção de perigo no trabalho, história de acidente de trabalho, e saúde autopercebida como ruim. Os resultados indicam que a ocorrência de faltas ao trabalho é comum, tanto na indústria como nos demais ramos de atividade, podem afetar a produtividade, o que requer programas de prevenção de agentes de risco em locais de trabalho.This cross-sectional study estimated the prevalence of work days lost due to health problems and associated factors among industrial workers. The study population was a simple random cluster sample of 3,403 workers from 16 to 65 years of age in the city of Salvador, Bahia State, Brazil. Data were collected with individual home interviews. Among industrial workers, one-year prevalence of work days lost to health problems was 12.5%, of which 5.5% were directly work-related and 4.1% aggravated by work. There were no statistically significant differences when compared to other worker categories. Self-perceived workplace hazards, history of work-related injury, and poor self-rated health were associated with work days lost due to work-related injuries/diseases. The findings showed that work days lost are common among both industrial and non-industrial workers, thereby affecting productivity and requiring prevention programs.

  19. BEM-ESTAR DOS TRABALHADORES DE ESCOLA DE SAMBA: REALIDADE OU FANTASIA?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Henrique Barroca Costa

    2011-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar a existência de bem-estar dos trabalhadores de uma escola de samba do Rio de Janeiro por intermédio de 27 entrevistas semiestruturadas com perguntas abertas relacionadas à trajetória de vida dos trabalhadores e gestores, as quais resultaram na caracterização das atividades de trabalho. O perfil dos entrevistados é formado por maioria do sexo masculino, gestores, lotados na comissão de carnaval, com idade de pouco mais de 43 anos e média de cerca de 23 anos de participações em carnavais. Para tratamento de dados utilizou-se o Alceste, programa de análise de dados textuais, que classificou os discursos em cinco núcleos, transformados em dois eixos temáticos. Os resultados evidenciaram que, apesar das deficiências, os trabalhadores vivenciam bem-estar no contexto de trabalho caracterizado pelo significado da atividade de trabalho, da identificação institucional e do reconhecimento dos trabalhadores.

  20. Influências das condições e organização do trabalho de uma indústria de transformação de cana-de-açúcar na ocorrência de acidentes de trabalho Influences of working conditions and organization in a sugar cane transformation industry in the event of accidents at work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassiano Ricardo Rumin

    2008-12-01

    Full Text Available Este estudo discute a relação entre as condições e a organização do trabalho como elementos que contribuem para a ocorrência de acidentes do trabalho. Os dados foram coletados em uma indústria produtora de açúcar, álcool e derivados, situada no Estado de São Paulo. Para a coleta dos dados utilizamos a observação direta do trabalho e realizamos entrevistas semidirigidas individuais como 22 trabalhadores do setor de produção de açúcar. A produção de açúcar foi indicada pela Equipe de Segurança e Higiene no Trabalho como o setor em que havia a maior ocorrência de acidentes. Por destacar o papel que a relação homem-trabalho desempenha na saúde física e psíquica dos trabalhadores, utilizamos a Psicodinâmica do Trabalho (Dejours, 1994 como referencial teórico para a análise dos dados obtidos nas entrevistas. A análise das entrevistas envolveu três aspectos: condições e organização do trabalho e insatisfação. Os resultados revelaram que o ambiente estudado apresenta fatores físicos, químicos e biológicos desfavoráveis à saúde dos trabalhadores. Quanto à organização do trabalho, os dados revelaram que a divisão do trabalho bem como o conteúdo das tarefas determinavam sobrecarga aos trabalhadores. O relato sobre a insatisfação envolveu: ausência de perspectiva para progressão profissional, falta de treinamento técnico, dificuldade em manejar equipamentos e inadequação dos equipamentos de proteção. Destaca-se também no discurso dos trabalhadores a ineficiência das ações organizacionais para a eliminação ou a neutralização dos riscos de acidentes do trabalho e a predominância da teoria do "Ato inseguro" na apuração da causalidade dos acidentes do trabalho.The present study is about the relationship between the work conditions and organization as elements that contribute to work accidents. The data were collected in a sugar cane industry that produces sugar, alcohol and other derivates

  1. Relação entre trabalho de membros superiores e inferiores em homens praticantes de musculação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wagner Magnus Fontoura

    2013-01-01

    Full Text Available A relação do trabalho de membros inferiores (MI e superiores (MS possui grande importância na montagem de um programa de treinamento, a fim de trabalhar o corpo como um todo. O objetivo do estudo foi investigar o treino de musculação de indivíduos homens, quantificando o tempo disponibilizado no treinamento de MI e MS. Participaram do estudo 99 indivíduos, de 18 a 45 anos, praticantes de musculação. Para a obtenção dos resultados, foi aplicado um questionário de questões fechadas, formulado para identificar dados sobre idade, frequência semanal, duração total da sessão semanal de treinamento e duração semanal particularizada, ou seja, qual porção do treino resistido foi dedicado ao trabalho de MI e MS. Os resultados foram analisados parametricamente e apresentados em medidas descritivas de desvio padrão, média, teste de significância t-studant, e correlação de Person. Os resultados demonstraram significativamente (p

  2. Entre a escola e a universidade: os múltiplos sentidos do trabalho de campo como mediação didática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Donizeti Girotto

    2017-12-01

    Full Text Available Neste artigo, discutimos a importância do trabalho de campo no desenvolvimento de processos de ensino-aprendizagem em geografia na educação básica e no ensino superior. Para tanto, analisamos duas experiências, com foco na análise da mediação desempenhada pelos cadernos de campo neste processo. A primeira se refere aos trabalhos realizados com turmas do Ensino Fundamental e Médio na Escola de Aplicação da Faculdade de Educação da USP. A segunda trata de trabalho de campo realizado na disciplina de Geografia Regional do Brasil I – Sul, do Departamento de Geografia da USP. A análise foi construída a partir do acompanhamento das diferentes etapas de elaboração e execução dos trabalhos de campo, discutindo e problematizando os sentidos dos cadernos de campo em cada uma delas. Ao final da investigação, foi possível perceber a importância do caderno de campo nos trabalhos analisados, uma vez que, construídos de forma coletiva e colaborativa, reforçam o caráter interdisciplinar do conhecimento e do processo educativo. Além disso, na experiência desenvolvida no ensino superior, foi possível verificar a importância de que os futuros docentes se apropriem desta metodologia para que assim possam defendê-la, política e epistemologicamente, na educação básica. Abstract BETWEEN SCHOOL AND UNIVERSITY: THE MULTIPLE MEANINGS OF FIELDWORK AS A DIDACTIC MEDIATION In this article, we discuss the importance of fieldwork in the development of teaching-learning processes in geography in basic education and in higher education. For this, we analyze two experiments, focusing on the analysis of the mediation performed by the field notebooks in this process. The first one refers to the work done with classes of Elementary and Middle School in the School of Application of the School of Education of USP. The second one deals with fieldwork carried out in the discipline of Regional Geography of Brazil I - Sul, of the Department of

  3. FLEXIBILIZAÇÃO, DESREGULAMENTAÇÃO E PRECARIZAÇÃO DAS RELAÇÕES DE TRABALHO: UMA DISTINÇÃO NECESSÁRIA.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Noêmia Lazzareschi

    2017-03-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivos: 1º apresentar a distinção entre os processos de flexibilidade, desregulamentação e a precariedade das relações de trabalho, compreendidos pela grande maioria dos autores como parte das reformas neoliberais das últimas décadas do século passado. Essa distinção é necessária por que, no Brasil, as relações de trabalho são rigidamente regulamentadas desde a promulgação da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT em 1943 e sempre foram precárias; 2º apresentar as relações de trabalho que se consolidaram a partir das transformações tecnológicas e organizacionais que tipificaram as últimas décadas do século XX e que transformaram os mercados de trabalho e, em consequência, as condições de trabalho e de vida dos trabalhadores.

  4. Acidentes de trabalho autorreferidos pela população adulta brasileira, segundo dados da Pesquisa Nacional de Saúde, 2013

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Carvalho Malta

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é descrever o perfil da ocorrência dos acidentes de trabalho na população adulta brasileira. Estudo descritivo com dados sobre acidentes de trabalho coletados em 2013 pela Pesquisa Nacional de Saúde. Os acidentes de trabalho ocorreram em 3,4% (IC95% 4,6-5,6 da população adulta brasileira, ou 4,9 milhões de acidentes foram referidos, sendo mais frequentes entre os homens, jovens, de 18 a 39 anos, de cor preta, na região Norte do país. O Pará foi o Estado de maior ocorrência, e o Rio de Janeiro, o menor. Cerca de um terço dos acidentes foram devidos a deslocamento para o trabalho (acidentes de trajeto. Dentre os acidentados pelo trabalho, 50,4% (IC95% 45,3-55,5 deixaram de realizar suas atividades habituais, 8,8% (IC95% 6,4-11,2 foram internados e 19% (IC95% 15,3-22,7 relataram sequelas decorrentes dos acidentes do trabalho. As ocorrências de acidente de trabalhos relatadas na Pesquisa Nacional de Saúde constituem uma fonte inédita no país, possibilitando informação inestimável sobre o cenário do trabalho no Brasil. A Pesquisa Nacional de Saúde identificou que os acidentes de trabalho são subnotificados, já que as informações oficiais cobrem apenas os trabalhadores com vínculo formal de trabalho.

  5. Percepção organizacional dos trabalhadores de um complexo esportivo de Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ketrin Bareta

    2015-03-01

    Full Text Available Este estudo objetivou identificar o índice de percepção organizacional dos trabalhadores do Complexo Aquático da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC. Usou-se um questionário de cultura e qualidade adaptado de Vaitsman et al. (2000, aplicado em professores, bolsistas e outros trabalhadores. Os resultados encontrados foram insatisfatórios (abaixo de 0,6 para as variáveis infraestrutura e gestão em duas categorias de trabalhadores e insatisfatórios para as variáveis clima organizacional e cultura em uma das categorias avaliadas. Crê-se que este trabalho possa esclarecer o papel do gestor esportivo, mostrar que é cabível ao profissional de educação física planejar, organizar, dirigir e controlar instalações esportivas.

  6. Conflito e facilitação entre trabalho, família e ensino superior: um estudo exploratório com trabalhadoras-estudantes

    OpenAIRE

    Gouveia, Nicole Tatiane Cardoso

    2017-01-01

    Assiste-se atualmente ao retomar da formação académica, sendo vista como fundamental não só como afirmação pessoal, mas também para a adaptação à competitividade crescente e valorização profissional. Tal situação leva à questão da conciliação de vários papéis: mulher, trabalhadora, esposa e/ou mãe e agora estudante universitária. Com uma amostra aleatória de 51 trabalhadoras-estudantes (TE) da UMa, este estudo pretende analisar o conflito do trabalho na família e vice-versa; verificar a facil...

  7. Agravos à saúde referidos pelos trabalhadores de enfermagem em um hospital público da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Souza de Freitas Machado

    2014-10-01

    Full Text Available Embora o trabalho seja essencial à vida humana, o contexto no qual é realizado pode desencadear tensão, desajuste e consequente adoecimento. Estudos apontam a Enfermagem como uma ocupação com alto risco para adoecimento, em especial no ambiente hospitalar. O objetivo deste estudo foi estimar a ocorrência de agravos à saúde referidos pelos trabalhadores de enfermagem em um hospital na Bahia. Estudo de corte transversal envolvendo 309 profissionais. As queixas de saúde mais frequentes relacionaram-se a sintomas osteomusculares como dor nas pernas 66,4% (192 e dor nas costas 61,8% (178; e à saúde mental com predomínio de cansaço mental 47% (131 e nervosismo 33,7% (93. Os resultados apontam que enfermeiros apresentaram maior frequência de agravos posturais e queixas de saúde mental enquanto as queixas de agravos respiratórios foram mais prevalentes entre técnicos e auxiliares. Estes resultados evidenciam necessidade de maior consciência do processo de trabalho e realização de atividades preventivas.

  8. Aspectos Psicossociais do Trabalho e Sofrimento Psíquico na Estratégia de Saúde da Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izadora Joseane Borrajo Moreira

    2017-01-01

    Full Text Available Justificativa e objetivos: O estresse ocupacional pode estar relacionado ao surgimento de doenças físicas e psíquicas. Objetiva-se avaliar a associação dos aspectos psicossociais do trabalho, de acordo com o Modelo Demanda-Controle, com a ocorrência de transtornos mentais entre os trabalhadores das Estratégias de Saúde da Família em Santa Cruz do Sul, RS. Métodos: estudo com abordagem epidemiológica, de corte transversal e quantitativo. A população alvo do estudo foi constituída por 89 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem (TE e agentes comunitários de saúde, pertencentes às equipes das 11 Estratégias de Saúde da Família do município de Santa Cruz do Sul. Utilizou-se um questionário contendo questões sociodemográficas, ocupacionais e outras pertencentes à Job Stress Scale e ao Self Reporting Questionnaire. Resultados: Constatou-se que 30,1% dos profissionais apresentavam alta demanda e baixo controle sobre o trabalho, resultando em alta exposição ao desenvolvimento de estresse ocupacional. A prevalência de transtorno mental comum nos profissionais submetidos ao trabalho de alta exigência foi de 38%. Conclusão: Frente a esses resultados preocupantes faz-se necessário que se tomem atitudes visando a prevenção ou redução do estresse laboral e do adoecimento no trabalho. DESCRITORES: Estresse Psicológico. Saúde do Trabalhador. Saúde Mental. Atenção Primária à Saúde.

  9. Análise de riscos tecnológicos ambientais: perspectivas para o campo da saúde do trabalhador

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Porto Marcelo Firpo de Souza

    1997-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é trazer para o âmbito da saúde pública, particularmente para o campo da Saúde do Trabalhador, questões teóricas e desafios colocados pelos denominados riscos tecnológicos ambientais, os quais se relacionam e ultrapassam o universo dos ambientes de trabalho. Partindo-se dos riscos químicos industriais, demonstra-se a vulnerabilidade das sociedades contemporâneas face aos mesmos e seu agravamento nos países de economia periférica. Em seguida, apresenta-se o escopo das análises de riscos pelas vertentes da engenharia, toxicologia e epidemiologia, bem como a crítica que as ciências sociais vem realizando sobre as mesmas. Conclui-se que a Ciência não é capaz de dar conta isoladamente de problemas complexos como os riscos tecnológicos ambientais. Para se avançar sobre esses limites, diversas propostas integradoras do nível teórico-metodológico vêm sendo desenvolvidas nos campos da análise de riscos e da saúde do trabalhador. Dentre estas, destacam-se aquelas sobre interdisciplinaridade, abordagens sistêmicas e participativas, que incorporam o saber dos trabalhadores e comunidades, forjando a interação entre conhecimento e diálogo como condição fundamental da prevenção e controle dos riscos tecnológicos ambientais.

  10. A ação do imperialismo na reprodução do corporativismo nos sindicatos dos trabalhadores em educação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilsa Miranda de Souza

    2015-12-01

    Full Text Available Este artigo é resultado do desenvolvimento da pesquisa “O corporativismo sindical como elemento de sustentação das relações semicoloniais e semifeudais na educação brasileira” que teve como objetivo analisar as relações estabelecidas entre dois sindicatos rondonienses, o sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Rondônia - SINTERO e o Sindicato dos Servidores Públicos da Zona da Mata - SINSEZMAT com seus filiados e com o Estado, o processo de organização sindical no Brasil e sua submissão às políticas educacionais formuladas pelo imperialismo para suas semicolônias identificando os aspectos do corporativismo e suas consequências no processo de organização dos trabalhadores em Educação e no desenvolvimento da luta de classes na atualidade. Utilizamos o método do materialismo histórico-dialético por meio do qual buscamos interpretar a realidade a partir de suas categorias básicas que permitiu compreender o sindicato como aparelho ideológico do Estado a serviço da grande burguesia e do imperialismo na atualidade. A pesquisa demonstrou a precarização do trabalho e a desvalorização dos trabalhadores em Educação em Rondônia, o descrédito dos entrevistados em relação aos sindicatos e a necessidade construir sindicatos classistas que contribuam para o avanço da luta revolucionária.

  11. Análise da correlação entre a satisfação no trabalho e o comprometimento organizacional: estudo com os enfermeiros da pediatria do Hospital Geral de Luanda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirian Nareti Neves

    2018-01-01

    Full Text Available Levando-se em conta que o processo de desenvolvimento da satisfação e o comprometimento no indivíduo é um assunto que tem gerado interesse de distintos pesquisadores, para o entendimento do mecanismo das relações entre as organizações e seus funcionários, qualquer factor que contribua para o desenvolvimento destes constructos age por meio de seu impacto sobre uma ou mais predisposições psicológicas, as quais levam um indivíduo a comportar-se de determinada maneira em relação a algo ou alguém. A satisfação e o comprometimento dos funcionários são constructos relevantes que podem conduzir às vantagens competitivas e ao sucesso da organização. Neste estudo tem-se como objectivo, analisar a correlação entre satisfação no trabalho e o comprometimento dos Enfermeiros da Pediatria do Hospital Geral de Luanda-Angola (HGL. Para levar a cabo se revisou as teorias da hierarquia das necessidades de Maslow e a teoria dos factores higiénicos e motivacionais de Herzberg. Utilizaram -se igualmente os aportes de Chiavenato (2010; (Ferreira, Neves e Caetano 2011; Myers (2006; (Rojot, Roussel e Vanderberghe 2009; Spector (2006 e Teixeira (2005. Para este estudo foi realizado uma pesquisa do tipo quantitativa, com ênfase no método exploratório-descritivo. Os dados foram recolhidos por meio de dois questionários, os quais foram submetidos a análises de percentagem e médias, bem como, a correlações. Constatou-se baixo grau de satisfação com o salário (2,40, grau de satisfação médio na importância do trabalho (3,95 e um alto grau de satisfação na relação com os colegas (4,23. Há predominância do comprometimento normativo nos enfermeiros da Pediatria do HGL, também foi identificada uma correlação fraca (0,27 entre a satisfação no trabalho e o comprometimento normativo.

  12. Subjetividade, trabalho e ação Subjectivity, work and action

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christophe Dejours

    2004-12-01

    Full Text Available Este artigo traz algumas questões para o debate sobre as relações entre trabalho e subjetividade. Nessa perspectiva o trabalho é aquilo que implica, do ponto de vista humano, o fato de trabalhar: gestos, saber-fazer, um engajamento do corpo, a mobilização da inteligência, a capacidade de refletir, de interpretar e de reagir às situações; é o poder de sentir, de pensar e de inventar. O real do trabalho sempre se manifesta afetivamente para o sujeito, aí se estabelece uma relação primordial de sofrimento, experimentada pelo sujeito, corporificada. Trabalhar é preencher a lacuna entre o prescrito e o real. Por isto é que uma parte importante do trabalho efetivo permanece na sombra, não podendo, então, ser avaliado. Outra questão abordada é sobre os acordos firmados entre os trabalhadores no seio do coletivo, de uma equipe ou de um ofício, que têm sempre uma vetorização dupla: de uma parte, um objetivo de eficácia e de qualidade do trabalho; de outra parte, um objetivo social. É proposta também uma discussão entre a teoria psicodinâmica do trabalhar, onde a centralidade do trabalho é um dos seus alicerces e a teoria psicanalítica onde esta questão não é abordada diretamente.This paper produces some issues for debate on the relationships between work and subjectivity. Under this perspective, work implies, from a human point of view, the fact of working: gestures, know-how, a commitment of the body, the mobilization of intelligence, the ability to reflect, to interpret and to react to situations; it is the power of feeling, of thinking and of inventing. Actual work is always affectively manifested to the subject, whereby a primordial distress relationship is established, experienced by the subject, embodied. To work is to fill the gap between the prescribed and the real. This is why an important part of the effective work remains in the shade, and cannot, therefore, be assessed. Another question concerns the

  13. Typical occupational accidents with employees of a university hospital in the south of Brazil: epidemiology and prevention Accidentes de trabajo típicos de trabajadores de un hospital universitario de la región sur de Brasil: epidemiología y prevención Acidentes de trabalho típicos envolvendo trabalhadores de hospital universitário da região sul do Brasil: epidemiologia e prevenção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iara Aparecida de Oliveira Sêcco

    2008-10-01

    Full Text Available Descriptive epidemiologic study that aimed to analyze the typical occupational accidents notified by employees of a university hospital in the South of Brazil from 1997 to 2002, and to estimate their risk indicators. A total of 717 accidents were registered; 86% of them (616 were typical and presented an annual average risk coefficient of 6.0 per 100 employees. The groups that presented more risks for accidents were cooks, woodworkers and nursing auxiliaries, while hands were the most affected area. Regarding the accidents nature, the greatest risks involved biological material. Hence, it is necessary to orient personnel about the legal aspects of occupational accidents and review work processes, especially those related to employees who perform activities at greater risk of transmissible diseases like AIDS and hepatitis B and C.Se trata de un estudio epidemiológico descriptivo que tuvo como objetivo analizar los accidentes de trabajo típicos notificados por los trabajadores de un hospital universitario de la región sur de Brasil, de 1997 a 2002 y estimar indicadores de riesgo. Fueron notificados 717 accidentes, siendo 86% (616 típicos, cuyo Coeficiente de Riesgo Promedio Anual fue igual a 6,0 accidentes a cada 100 trabajadores. Los equipos que corrieron los mayores riesgos de sufrir tales accidentes fueron los de los cocineros, carpinteros y auxiliares de enfermería, siendo las manos la parte del cuerpo más afectada. En cuanto a la naturaleza de los accidentes, los de mayor riesgo fueron los relacionados a materiales biológicos. Se constató la necesidad de orientar al personal sobre los aspectos legales de los accidentes y revisar los procesos de trabajo desarrollados, especialmente para los que actúan en funciones cuyos riesgos son mayores de contraer enfermedades graves como SIDA y Hepatitis B y C.Estudo epidemiológico descritivo objetivou analisar os acidentes de trabalho típicos notificados pelos trabalhadores de um hospital

  14. Exploração do Trabalho Infantil, Espaço Urbano e Sinais de Trânsito: tensões entre ser criança e ter que trabalhar

    OpenAIRE

    Campos, Túlio; Marques, Walter Ernesto Ude

    2010-01-01

    Este texto tem como objetivo fomentar discussões relativas àexploração do trabalho infantil no contexto urbano, bem como suas implicações no que diz respeito às tensões entre ser criança e ter que trabalhar, visando problematizar as condições da presença de uma determinada infância, a infância trabalhadora na metrópole, em especial, a dos “sinais” de trânsito. Busca também levantar questões referentes à rua como espaço de afirmação da virilidade, a qual se apresenta marcada por códigos e deli...

  15. O estresse ocupacional e a síndrome do esgotamento profissional (burnout em trabalhadores da indústria do petróleo: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Monteiro Dias

    Full Text Available Resumo Introdução: na indústria do petróleo, os trabalhadores atuam em diversas áreas e nas mais adversas condições de trabalho, o que pode resultar em agravos como o estresse ocupacional e o burnout. Objetivo: investigar a associação entre o ambiente de trabalho na indústria do petróleo e o estresse ocupacional e burnout nos trabalhadores, assim como, fatores psicossociais e sintomas físicos associados. Métodos: revisão sistemática de literatura realizada em nove bases de dados bibliográficos. Incluíram-se estudos epidemiológicos observacionais em inglês, espanhol e português publicados entre 1994 e 2014, com pontuação acima de 13 pontos, segundo critérios do Checklist for measuring quality. Resultados: a maioria dos estudos selecionados foi acerca da identificação de fontes de estresse ocupacionais associados a alguns fatores psicossociais. Conclusão: os profissionais da indústria de petróleo estão submetidos a inúmeros estressores ocupacionais que influenciam os aspectos físicos, psíquicos e sociais de sua saúde. O aprofundamento da temática pode estimular o desenvolvimento de estratégias que promovam melhor qualidade de vida e condições de trabalho a esses profissionais.

  16. Conflito entre metas de produção e segurança na perspectiva do trabalho dos comissários de voo = Production and safety trade-off in the perspective of the work of cabin crews

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zangirolami, Andréia

    2011-01-01

    Full Text Available Estudos recentes têm salientado a necessidade da compreensão acerca das circunstâncias operativas, que levam os operadores a enfatizar o alcance de objetivos de produção (ex. dar conta do trabalho, fazer mais rápido em detrimento às metas de proteção (ex. seguir procedimentos, fazer de modo mais seguro. Este trabalho tem por objetivo discutir esse dilema potencial na perspectiva dos comissários de voo. Para tanto, foi realizado um estudo qualitativo-exploratório baseado na análise de documentos e entrevistas com vinte comissários de voo de quatro empresas de transporte aéreo. Os resultados do estudo apontam que o efeito da redução do número de comissários, a pressão por pontualidade, o apoio das chefias frente aos sacrifícios de julgamentos, a escala de voo e a necessidade de adaptação aos procedimentos, são fatores percebidos como altamente interferentes à gestão dos conflitos entre produção e proteção, na percepção dos comissários

  17. O TRABALHADOR COM ESTRESSE E INTERVENÇÕES PARA O CUIDADO EM SAÚDE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora de Paula da Silva

    Full Text Available ResumoO artigo aborda o fenômeno do estresse e sua relação com o trabalhador e seu sistema. A metodologia adotada foi a pesquisa exploratória de abordagem qualitativa. Foi realizado um levantamento bibliográfico nos anos de 2001 a 2012 por artigos publicados na língua portuguesa e inglesa nas bases Biblioteca Virtual em Saúde, SciELO e MEDLINE. Foram utilizados os descritores: saúde do trabalhador, estresse ocupacional, estresse psicológico, trabalho, intervenção e vigilância em saúde do trabalhador. Após leitura dos resumos de 362 artigos encontrados, 18 foram selecionados e submetidos à análise de conteúdo. Destacou-se a necessidade de identificar, sanar ou amenizar os fatores que causam esse fenômeno, a fim de que sejam propostas ações de promoção de saúde dentro do ambiente de trabalho para torná-lo uma fonte de prazer ao trabalhador.

  18. Trabalho fabril e observação participante: comentário ao livro Entre a Fábrica e a Comunidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Freire

    2012-10-01

    Full Text Available Esta nota crítica é já tardia, em relação à obra a que se refere, e disso me penitencio. Mas, apesar do desejo de a ter produzido rapidamente – como o autor sabe –, só agora encontrei tempo bastante para a reler cuidadosamente e confirmar algumas impressões da primeira leitura. Trata-se do livro Entre a Fábrica e a Comunidade: subjectividades e práticas de classe no operariado do calçado, Porto, Afrontamento, 2000, que – conforme é dito nas linhas iniciais – publica o essencial da tese de dou...

  19. Mortalidade por câncer em trabalhadores da indústria da borracha de São Paulo Cancer mortality among rubber industry workers in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hélio Neves

    2006-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar as mortes por câncer em trabalhadores da indústria da borracha de acordo com o tamanho da empresa. MÉTODOS: Coorte histórica com 9.188 trabalhadores masculinos, matriculados em sindicato de trabalhadores da indústria de borracha do Estado de São Paulo entre 1975 e 1985, sobreviventes em janeiro de 1990 e acompanhados até o final de 2000. As mortes por câncer foram comparadas internamente à coorte, cujos membros foram subdivididos em estratos por porte e sub-ramo da empresa, setor de trabalho e qualificação profissional. A abordagem por conjuntos de risco e regressão logística condicional foi utilizada para o cálculo dos riscos relativos, ajustados por idade, tempo desde o primeiro emprego e tempo de trabalho na indústria da borracha. RESULTADOS: Quando comparados aos empregados de grandes empresas, trabalhadores de pequenas empresas mostraram excesso de mortes por todos tipos de câncer (RR=2,33; IC 95%: 0,90-6,03; tumores de estômago (RR=3,47; IC 95%: 2,57-4,67 e do trato aero-digestivo superior (RR=2,49; IC 95%: 1,78-3,48. Identificou-se excesso de mortes por câncer nos trabalhadores dos setores de manutenção (RR=2,23; IC 95%: 0,73-6,76; expedição, armazenamento e transporte (RR=2,97; IC 95%: 0,77-11,38; e produção (RR=3,51; IC 95%: 1,07-11,57, comparados aos trabalhadores dos setores administrativos. CONCLUSÕES: Os resultados mostram evidências de aumento do risco de tumores de estômago e do trato aero-digestivo superior e, possivelmente, por câncer em geral em trabalhadores de empresas de pequeno porte da indústria da borracha quando comparados aos trabalhadores das grandes empresas.OBJECTIVE: To investigate cancer deaths among rubber industry workers according to company size. METHODS: This historical cohort study included 9,188 male workers, engaged as members of a workers' union in São Paulo, Southeastern Brazil, between 1975 and 1985, alive in January 1990 and followed until the end of 2000

  20. "Trabalho", "mudança de vida" e "prosperidade" entre fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Nogueira de Oliveira Lima

    2007-07-01

    Full Text Available Nos anos 90, com a implementação do "mercado livre" pelo governo Collor, noções como "produtividade" e "resultados" ganham centralidade na vida econômica brasileira. Nessa mesma época, é notório, nas classes trabalhadoras, o aumento do número de fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus, defensora da "Teologia da Prosperidade". Entendo que o expressivo crescimento da conversão dos pobres brasileiros ao neopentecostalismo que autoriza o direito dos indivíduos a uma existência terrena de "prosperidade" incentivando seus fiéis ao trabalho empreendedor, justamente na década de 1990, e o fenômeno do elogio ao "sucesso" que despontou no horizonte da "economia de mercado" estão intimamente relacionados. A partir de etnografia em uma congregação carioca da IURD reflito sobre a imbricação dos dois processos.Since the 1990s the concepts of "productivity" and "results" have taken center-stage on Brazil's economic discourse. Throughout this period the number of Igreja Universal do Reino de Deus, defender of the Theology of Prosperity, faithful has skyrocketed among the poor. This church promises a worldly existence of "abundance" and "prosperity" to those paying the "tithe" and demanding from the Lord a "structure to work and to fight for life". Using ethnographic material culled from Neopentecostal faithful, this paper establishes the connection between both processes.

  1. Prazer e sofrimento de psicólogos no trabalho em empresas privadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Costa da Silva

    Full Text Available Este artigo visa a problematizar as vivências de psicólogos que trabalham em empresas privadas. Discutem-se suas práticas profissionais, experiências associadas ao prazer e ao sofrimento em seu cotidiano e concepções teóricas que embasam seu trabalho. Trata-se de um estudo qualitativo, no qual se utilizou, como procedimento, a realização de entrevistas semi-estruturadas com dez psicólogos assalariados de empresas privadas de Porto Alegre e Grande Porto Alegre. Teve-se, como referenciais teóricos principais, a psicodinâmica do trabalho, a abordagem da subjetividade e trabalho e, para a análise das entrevistas, foi utilizada a análise de conteúdo. Os resultados indicam que os profissionais têm como atividades prioritárias as ligadas à Psicologia organizacional. Não foram encontrados casos em que eles interviessem na visão institucional ou tivessem ações ligadas à saúde mental de trabalhadores. Suas falas sugerem serem psicólogos com estilo dinâmico de trabalho, revelam certo "apaixonamento" pelo mesmo, acreditam na sua atuação e apreciam suas atividades ligadas ao desenvolvimento de pessoas na organização. Sentem-se satisfeitos com o reconhecimento das pessoas e por ter espaço para atuar conforme acreditam. Suas fontes de sofrimento são a carga excessiva de trabalho, os possíveis conflitos entre os valores da empresa e os pessoais, os cerceamentos da organização, a falta de reconhecimento e sua percepção de que pertencem a uma categoria profissional desprovida de força.

  2. A educação para a saúde dos trabalhadores no contexto da acumulação flexível: novos desafios Educating workers for health in a flexible accumulation context: new challenges

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Garzuze da Silva Araújo

    2004-09-01

    Full Text Available Este artigo apresenta parte dos resultados de uma pesquisa com trabalhadores numa refinaria de petróleo, durante a implantação de novas tecnologias em sua planta industrial. A pesquisa buscou verificar o que estas modificações no processo de trabalho produzem na saúde dos trabalhadores. Os resultados mostraram que as novas tecnologias de automação alteram o conteúdo do trabalho, pois a máquina embute a ciência, não deixando mais transparecer o nexo causal entre a doença e a ferramenta de trabalho. Com base nos resultados, discutem-se aspectos que podem contribuir para a construção de uma nova pedagogia de educação para a saúde, que tome o trabalho como princípio educativo.This article presents the partial results of a research carried out with the workers of an oil refinery during the implantation of new technologies in their industrial plant. The research attempted to identify what effects these changes in the work process had on the workers' health. The results showed that the new automation technologies altered the work content, in the sense that science becomes imbedded in the machine and the causal nexus between the illness and the work tool is no longer apparent. On the bases of the results, we discuss aspects that may contribute to the construction of a new pedagogy of education for health that uses work as its educational principle.

  3. Competência de trabalhadores da construção civil na resolução de problemas práticos: A relação entre representação e prática na ação eficaz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Bastos Ferreira Antipoff

    Full Text Available Resumo Este artigo trata das inter-relações entre representações e prática na ação eficaz, por meio da análise das atividades de pedreiros. Duas posições antagônicas têm dominado o debate, polarizado entre a predominância das representações ou dos aspectos situacionais e corporais na ação competente. Para o cognitivismo, as representações determinam a ação eficaz, já para a ação situada, as habilidades incorporadas e as interações locais explicam a eficácia da ação. Apresentamos uma alternativa que situa a inteligência humana no âmbito da prática, sua dimensão representacional aparecendo como cognição na ação, através de um estudo empírico realizado com dois trabalhadores da construção civil resolvendo problemas no canteiro de obras. A metodologia do Curso da Ação mostra-se adequada a este propósito pois permite analisar a atividade sem cair no cognitivismo. Os resultados confirmam a pertinência de deslocar a inteligência prática para o âmbito da própria prática, confirmando assim o paradigma da ação situada.

  4. Acidente com material biológico entre trabalhadores da área de expurgo em centros de material e esterilização - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v26i2.1577 Accident with biological material with workers of expurgation area in central supply - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v26i2.1577

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shellen Bueno de Souza

    2004-04-01

    Full Text Available A limpeza dos artigos odonto-médico-hospitalares realizada por métodos manuais aumenta o risco de acidentes com material biológico. Foram objetivos deste estudo caracterizar os acidentes envolvendo exposição a material biológico entre trabalhadores de expurgos; identificar a freqüência da subnotificação dos acidentes e descrever as medidas de prevenção adotadas. Após aprovação em comitê de ética e consentimento dos trabalhadores, os dados foram coletados mediante entrevista com 111 trabalhadores de Centros de Material e Esterilização de hospitais da cidade de Goiânia, Estado de Goiás. Evidenciou-se que (33 29,8% dos profissionais relataram ter sofrido acidentes, destes (24 72,7% foram notificados e nove (27,3% não foram. A maioria (92,8% não soube citar os Equipamentos de Proteção Individual indicados para uso no expurgo. Os acidentes foram, predominantemente, ocasionados por objetos perfurocortantes, envolvendo membros superiores. Concluiu-se que a maioria dos profissionais não adere às medidas preventivas, o que os expõem a situações de risco que se agravam quando os acidentes não são notificados.The cleaning of odonto-medical-hospital articles made by handy methods increases the risk of accidents with biological material. This article has as purposes: to characterize accidents involving the exposure of expurgation’s workers to biological material; to identify the incidence of accident’s subnotifications and to describe the prevention’s steps chosen. After the approval of an Ethics Committee and the worker’s permission, the data were collected in an interview with 111 workers of Central Supply. These employers work in hospitals with a hundred or more beds, located in Goiânia-GO. The article showed that (33 29,8% of the workers listened said that they had accidents. Among these accidents, (24 72,7% were notified and nine woren’t. The majority of the workers, 92,8%, didn´t know the individual

  5. Associação entre distúrbios do ombro e trabalho: breve revisão da literatura Association between shoulder diseases and work: a brief review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hélio Pires de Mendonça Jr.

    2005-06-01

    Full Text Available Este artigo apresenta os resultados de uma breve revisão da literatura focalizada nos distúrbios do ombro. As publicações foram pesquisadas nos sites do Medline, Ovid, Lilacs e periódicos Capes, no período de janeiro de 1993 a julho de 2004, com as seguintes palavras-chave: shoulder pain, rotator cuff, job, dor no ombro, manguito rotador, trabalho. Foram selecionados os artigos de acordo com os seguintes critérios: estudo epidemiológico publicado em inglês, português ou espanhol, com informações sobre a carga física ou sobre os fatores psicossociais do trabalho, explicitação do método de avaliação da exposição, presença de dor no ombro ou tendinopatia do manguito rotador. Vinte artigos preencheram todos os critérios de inclusão. Encontrou-se associação positiva entre os distúrbios do ombro e o trabalho praticado pelos sujeitos dos estudos revisados. Restaram como limite da revisão: a heterogeneidade dos artigos quanto à avaliação da exposição, ao tipo de diagnóstico, à metodologia utilizada na condução da pesquisa, e aos meios para avaliação da dor. Os autores discutem a necessidade de aprofundamento dos métodos de investigação de problemas musculoesqueléticos relacionados ao trabalho.This article presents the results of a brief review of shoulder diseases and their association with work. Pertinent studies, identified by the keywords shoulder pain, rotator cuff, and job were reviewed in the reference databases Medline, Ovid, Lilacs and Capes journals (January 1993 to July 2004. The articles were chosen according to the following criteria: either epidemiological or experimental surveys having been published in English, Portuguese or Spanish, with information about physical demands or psychosocial factors of work, evaluation of exposure, presence of shoulder pain or rotator cuff lesion. After the search, 20 articles were included in the revision. The articles show a relationship between shoulder diseases

  6. Trabajar como artista: Estrategias, prácticas y representaciones del trabajo artístico entre jóvenes artistas circenses Trabalhando como um artista: Estratégias, práticas e representações da trabalho artistico entre jovens artistas de circo Working as an artist: Strategies, practices and representations of artistic work among young circus artists

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julieta Infantino

    2011-12-01

    Full Text Available La persistencia del supuesto que coloca al arte como esfera diferencial y autónoma, ha provocado la invisibilización de la dimensión laboral de las prácticas artísticas asentando representaciones sociales dicotómicas acerca del arte y el trabajo. Consecuentemente, éste es un terreno poco explorado en el ámbito de las investigaciones sobre Juventud y Trabajo. No obstante, muchos artistas y muchos jóvenes trabajan desde el arte que realizan. A partir del caso de los artistas circenses en la ciudad de Buenos Aires, discutiremos esta idea de oposición entre arte y trabajo recorriendo los espacios de inserción laboral, las estrategias de trabajo y los sentidos que los artistas otorgan a sus prácticas. Analizaremos las distinciones entre las características de la práctica artístico-laboral en la década de 1990 y en la coyuntura actual en relación a transformaciones recientes en el mercado laboral y a cambios en el lugar de legitimación ocupado por el arte circense.A persistência da noção que coloca a arte como área diferencial e autónoma, levou à invisibilidade da dimensão do trabalho de prática artística sedimentando dicotômica representações sociais sobre a arte e trabalho. Por conseguinte, esta é uma área pouco explorada no campo da pesquisa sobre juventude e trabalho. No entanto, muitos artistas e muitos jovens trabalham a partir da arte que realizam. Desde o caso de artistas de circo na cidade de Buenos Aires, vamos discutir essa idéia de oposição entre arte e trabalho analisando espaços da empregabilidade, estratégias de trabalho e os sentidos que os artistas dão às suas práticas. Estudaremos as diferenças entre as características da prática artística y de trabalho própria da década de 1990 ea a situação actual em relação às recentes mudanças no mercado de trabalho e mudanças no espaço ocupado pelo arte circense.The persistence of the notion by which art is presented as a differential and

  7. Violência relacionada ao trabalho: uma proposta conceitual Work-related violence: a conceptual proposal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberval Passos de Oliveira

    2008-12-01

    Full Text Available O aumento de situações de violência no âmbito do trabalho vem se constituindo um importante problema de Saúde Pública, que tem impacto na dignidade e na qualidade de vida dos trabalhadores. Nessa perspectiva, este artigo tem como objetivo propor, a partir da discussão do fenômeno da violência e de sua faceta concernente ao trabalho, o conceito de violência relacionada ao trabalho, como referência para futuros estudos no campo da Saúde do Trabalhador. Trata-se de um artigo conceitual de síntese, no qual se buscou problematizar a questão da violência e suas interfaces com o conceito de poder, a fim de elaborar uma definição capaz de abarcar a diversidade e a complexidade da relação entre trabalho e violência, além de se mostrar suficientemente abrangente para incorporar a riqueza das discussões acumuladas no campo, sem perder a possibilidade de ser operativo. Argumentamos que a proposição do conceito de violência relacionada ao trabalho poderá evitar mal-entendidos provocados pelo uso de termos como violência do trabalho e violência no trabalho, além de instrumentalizar a produção de conhecimentos que fundamentem a elaboração de diagnósticos mais precisos sobre a condição do trabalhador brasileiro, e, consequentemente, a formulação de políticas de combate à violência e de promoção da cidadania.The increase of violence situations in the work environment is becoming an important Public Health problem, with impacts on workers' dignity and quality of life. In this perspective, the present article aims to propose the concept of work-related violence, as a reference for future studies in the field of Workers' Health starting from a discussion of the violence phenomenon and its work-related facet. This is a conceptual synthesis article, in which we have tried to look at the issue of violence and its interfaces with the concept of power, in order to build a definition able of embracing the diversity and

  8. The relationship between shift work and sleep patterns in nurses Relação entre trabalho por turnos e padrões de sono em enfermeiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Fernando dos Santos Barbosa

    2013-03-01

    ça estatisticamente significativa. Os participantes demonstraram que o tempo de acordar e adormecer durante a semana e o fim-de-semana foram estatisticamente diferentes. No PSQI obteve-se uma média de 7.0 pontos, caracterizando o sono como de má qualidade. Os dados permitiram classificar o sono dos enfermeiros como de má qualidade. A falta de hábitos desportivos e o esquema de trabalho em turnos poderão ter influenciado na qualidade de sono.

  9. Autonomia outorgada e apropriação do trabalho Granted autonomy and work appropriation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cinara L. Rosenfield

    2004-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é discutir o significado da autonomia outorgada enquanto corolário organizacional de uma demanda de mobilização subjetiva. O trabalho vive a contradição entre a apologia da autonomia e uma organização do trabalho crescentemente normalizada, onde ser autônomo é a regra. O conceito de autonomia no trabalho lança mão de duas questões: a dimensão operacional e a dimensão identitária. A transformação do trabalho em um bem cuja possessão exige sacrifícios e a transformação do emprego em um privilégio culminam em uma sujeição da própria pessoa do trabalhador, sem se colocar realmente a questão da reapropriação do trabalho, o que a priori acompanharia a autonomia no trabalho. A questão central, no entanto, não pode se diluir neste paradoxo entre autonomia real e autonomia outorgada: a busca de autonomia situa-se fora da lógica econômica e dentro de uma lógica de valores e de conquista de sentido, enquanto que a autonomia outorgada inscreve-se em uma lógica instrumental.This work is aimed at debating the meaning of granted autonomy as the organizational corollary of a subjective mobilization demand. Labor in undergoing the contradiction between the eulogy to autonomy and an increasing normalized labor organization, where being autonomous is the rule. The concept of labor autonomy resorts to two issues: the operational dimension and the identity dimension. The transformation of labor into a good whose possession demands sacrifices and the transformation of the job into a privilege culminate at subjection of the worker's very person, without really raising the issue of labor re-appropriation, which a priori follows labor autonomy. The core issue, however, cannot be diluted into this paradox between real autonomy and granted autonomy: the search for autonomy is placed out of the economic logic and within a logic of values and achievement of meaning, while granted autonomy is part of an

  10. Comunicação por impressos na saúde do trabalhador: a perspectiva das instâncias públicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly-Santos Adriana

    2005-01-01

    Full Text Available O artigo apresenta os resultados de uma pesquisa que investigou os processos comunicativos mediados por impressos (cartazes, fôlderes, cartilhas de instâncias públicas atuantes no binômio saúde-trabalho. Objetivamos oferecer subsídios teórico-metodológicos para que a Saúde do Trabalhador possa aprimorar as práticas comunicativas em curso. Realizamos a análise de 80 impressos produzidos por cinco instâncias e entrevistas com atores centrais de Programas de Saúde do Trabalhador. Verificamos que a segmentação do público é raramente abordada pelo pólo emissor, que discute simultaneamente uma série de temas, privilegiando sua própria perspectiva. As intenções do pólo emissor são as de informar o leitor sobre processo saúde-doença relacionado com o trabalho e orientá-lo quanto à adoção de procedimentos e comportamentos para promoção de saúde. Consideramos que o pólo emissor apresenta uma concepção instrumental de comunicação, fundamentada na transmissão de conhecimentos de forma linear e verticalizada. A saúde é discutida de maneira restrita reproduzindo os discursos dos modelos sanitário e biomédico. Concluímos que há uma tendência a utilizar os impressos como um fim, o que contribui para demarcar a distância entre os interlocutores no processo comunicativo mediado.

  11. Qualidade de vida no trabalho e risco de adoecimento: estudo no poder judiciário brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Carolina Fernandes

    2015-08-01

    Full Text Available A pesquisa visou caracterizar a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT em um órgão do Poder Judiciário com base na percepção de seus trabalhadores. A abordagem teórico-metodológica adotada foi a Ergonomia da Atividade Aplicada à Qualidade de Vida no Trabalho (EAA_QVT. Participaram da pesquisa 5.164 trabalhadores. A análise quantitativa apontou que, globalmente, os trabalhadores avaliam a QVT em uma zona de bem-estar moderado. O fator mais crítico foi "organização do trabalho", enquanto o fator avaliado mais positivamente foi "elo trabalho-vida social". A pesquisa forneceu subsídios para uma intervenção que consolide as fontes de bem-estar, visando à prevenção de agravos à saúde e à promoção da QVT.

  12. Burnout entre médicos da Saúde da Família: os desafios da transformação do trabalho Burnout among Family Healthcare physicians: the challenge of transformation in the workplace

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Katia Virginia de Oliveira Feliciano

    2011-08-01

    Full Text Available Compreender como os conflitos com a instituição e desacordos quanto às atribuições de membros da equipe, são apreendidos e reconstruídos pelos médicos da Saúde da Família, sob a perspectiva do "burnout". Métodos: Pesquisa qualitativa desenvolvida no Recife, entre agosto de 2005 e novembro de 2006, com 24 médicos. Foram selecionadas quatro equipes a partir de avaliação da gerência (acesso geográfico, conflitos na equipe, entre equipe e Distrito, entre equipe e comunidade e violência pública na área, em cada um dos seis Distritos Sanitários. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas. Resultados: Os médicos revelam enorme discrepância entre expectativas e realidade do trabalho. Rejeitam a priorização institucional da consulta e cobrança de produtividade. Sofrem diante do que consideram à perda da identidade profissional: atribuições da enfermeira questionam o núcleo histórico da sua prática -o diagnóstico e o tratamento da doença. Sobretudo entre aqueles com maiores expectativas na conversão do modelo, existe descrédito quanto às mudanças e há o desejo de desistir. Observa-se amplo conjunto de elementos que favorecem o desenvolvimento simultâneo de esgotamento e ineficácia profissional, e que provocam atitudes negativas, reforçando a necessidade da promoção da saúde no trabalho.The scope of this paper is to understand how conflicts with the institution and disagreements regarding team members'attributions are interpreted by Family Healthcare physicians from the burnout perspective. Qualitative research was conducted with 24 doctors in Recife between August 2005 and November 2006 based on management evaluation (geographic access, conflicts within the team, between teams and the District, between the team and the community and public violence in the area, and four teams were selected in each of the six Health Districts. Semi-structured interviews were then conducted. An enormous discrepancy between the

  13. A prática de amamentar entre mulheres que exercem trabalho remunerado na Paraíba, Brasil: um estudo transversal Breastfeeding practices among paid working mothers in Paraíba State, Brazil: a cross-sectional study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Pinheiro de Toledo Vianna

    2007-10-01

    Full Text Available Estar no mercado de trabalho não deve impedir a mulher de amamentar. A Organização Mundial de Saúde preconiza o aleitamento materno exclusivo até seis meses de vida. No Brasil as leis propiciam à mulher trabalhadora quatro meses de licença maternidade, mas nem sempre ela recebe este benefício. Assim, como praticar amamentação exclusiva? Este artigo objetiva descrever as taxas de aleitamento materno e se o trabalho remunerado interfere na amamentação de mães da Paraíba. Trata-se de estudo transversal em 70 de 223 municípios que aceitaram participar da pesquisa na campanha de vacinação em 2002. Em 11.076 crianças menores de um ano, a prevalência de amamentação exclusiva foi de 22,4% de 0-4 meses e foi significativamente maior entre as mães que trabalhavam fora e que tiveram licença maternidade. Entre estas, foi também menor a prevalência de amamentação total e predominante. Na zona rural o trabalho fora de casa esteve associado com a redução do aleitamento materno exclusivo. A prática do amamentar na Paraíba está muito aquém das recomendações e o retorno precoce da mãe ao trabalho agrava esta situação.Paid work should not be an obstacle to women's breastfeeding. The World Health Organization (WHO recommends exclusive breastfeeding for 6 months. In Brazil, women are legally entitled to 4 months of maternity leave, but in practice few women enjoy such benefits. How is it possible to practice exclusive breastfeeding for 6 months? We analyzed both the breastfeeding rates and whether paid jobs interfere with breastfeeding in Paraíba State, Northeast Brazil. We conducted a cross-sectional study in 70 of 223 municipalities (counties during the annual immunization campaign in 2002. Among 11,076 infants (< 12 months of age, the exclusive breastfeeding rate at 0-4 months was 22.4% and was significantly higher among working women receiving maternity leave as compared to those who did not. The prevalence of total and

  14. Política de saúde do trabalhador no Brasil: muitas questões sem respostas National worker's health policy: many questions without answers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena B. de Oliveira

    1992-06-01

    Full Text Available Este artigo enfoca a Política Nacional de Saúde do Trabalhador, na perspectiva da expressão do descaso que esta representa frente ao quadro dramático de morbi-mortalidade da classe trabalhadora brasileira. Indica os principais problemas que a política apresenta, destacando questões como a subnotificação das doenças profissionais e dos acidentes de trabalho; a competência das ações, denunciando a fragmentação de responsabilidades a partir da existência de diversas instituições e órgãos com atribuições de intervenção na área; a forma marginal, historicamente estabelecida, como é tratada a Política de Saúde do Trabalhador no contexto da Política Nacional de Saúde; as dificuldades na formação de recursos humanos, entre outras. Aponta para a necessidade de uma política que assegure aos trabalhadores brasileiros a transformação real do grave quadro de mortes e doenças em que encontram-se submetidos, desencadeando processos preventivos de fato, a partir da reestruturação dos processos produtivos e tendo os trabalhadores como condutores desta política. Finalmente, levanta uma série de questões, ainda sem resposta, que possam servir de matéria para investigações, estudos e pesquisas na área.The National Worker's Health Policy is analysed, pointing to such problems as undernotification of occupational diseases and work-related accidents, accountability fragmentation among various organizations, the importance worker's health policy in the context of the National Health Policy, and the lack of trained personnel. This extremely serious situation should be reverted by structural changes in the productive processes, with the active participation of workers both in the stablishment and conduction of this policy. Finally, this paper points to several issues that can contribute to future investigations, research and studies in this area.

  15. O direito à privacidade do trabalhador no ordenamento jurídico português

    OpenAIRE

    Mori, Amaury Haruo

    2009-01-01

    Tese de mestrado, Ciências Jurídicas, Faculdade de Direito, Universidade de Lisboa, 2010 O trabalho tem por objetivo analisar o direito à privacidade do trabalhador à luz do ordenamento jurídico português. A investigação está fundamentada em estudos doutrinários já realizados sobre o tema, a partir dos quais procura identificar o conceito de privacidade como bem juridicamente protegido pelo direito do trabalho em Portugal. Fatores culturais, sociais, temporais e pessoais dificultam a taref...

  16. Prevalência e fatores associados à prematuridade entre gestantes submetidas à inibição de trabalho de parto prematuro Prevalence and risk factors associated to preterm delivery among pregnant women submitted to preterm labor inhibition treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucila Coca Bezerra

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: identificar a prevalência de parto prematuro em gestantes submetidas ao tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro e analisar os fatores associados. MÉTODOS: estudo transversal, com dados coletados de 163 prontuários de gestantes submetidas a tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro atendidas em 1995-2000, no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo, Brasil. A variável dependente constituiu-se na ocorrência de parto prematuro e as independentes foram: idade, escolaridade, ocupação, paridade, companheiro, tabagismo, infecção urinária prévia, número de consultas pré-natal e intervalo interpartal. A análise foi feita pelo teste de associação pelo Qui-quadrado e modelos de regressão logística univariado e múltiplo. RESULTADOS: 66,3% das gestantes tiveram filhos prematuros e, em 22,7% dos casos, o parto ocorreu antes de 34 semanas. Houve associação estatística significativa entre parto prematuro e ser nulípara e apresentar número baixo de consultas pré-natal. CONCLUSÕES: atenção especial deve ser dada às gestantes nulíparas e com número reduzido de consulta pré-natal submetidas ao tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro, com a finalidade de prevenir esse evento.OBJECTIVES: to identify preterm delivery prevalence in pregnant women submitted to preterm delivery inhibition treatment and to analyze associated factors. METHODS: cross sectional study with data collected from 163 pregnant women medical files seen from 1995-2000 at the University Hospital of the University of São Paulo, Brazil. The dependent variable was preterm delivery and the independent ones were: age, education, job, parity, companion, smoking, prior urinary infection, number of prenatal medical visits and birth interval. Analysis was performed through association by the Chi-square test and univariate and multiple logistic regression models. RESULTS: 66.3% of the women had preterm

  17. As interações entre valores relativos ao trabalho e gênero segundo a visão dos gerentes de uma organização bancária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Taís Andrade

    2012-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo consiste em compreender como se estabelecem asinterações entre valores do trabalho e gênero na percepção de gerentes do setorbancário, bem como identificar os valores laborais adotados por estes profissionais,comparando a percepção de homens e mulheres. A estratégia metodológicautilizada constitui-se de uma pesquisa qualitativa, que teve como empresa focal umaagência bancária pública, localizada na cidade de Santa Maria-RS. Os sujeitosinvestigados foram sete gerentes, sendo quatro do sexo masculino e três do sexofeminino. Os principais resultados encontrados expõem que os gerentes, de maneirageral, priorizam a Estabilidade e as Relações Sociais. As mulheres atribuem maiorimportância à variável fazer o que gosta, pertencente à dimensão Realização noTrabalho; a independência financeira, associada ao fator Estabilidade e acooperação, pertencente às Relações Sociais. Por outro lado, os homens, quandocomparados às mulheres, atribuíram maior importância à realização, pertencente aofator Realização no Trabalho. Além disso, os gerentes compartilham a ideia que oshomens têm como valores prioritários a racionalidade, o desejo de controle e aindividualidade, enquanto que as mulheres priorizam a colaboração e a coletividade.Abstract The study aims at comprehending how the interactions among work values andgender are established by the bank sector managers as well as identifying the laborvalues adopted by these professionals by comparing men and women perceptions.The methodological strategy is constituted by a qualitative research which is based ina public bank agency, located in Santa Maria city, in Rio Grande do Sul state. Theparticipants investigated were seven managers, four male and three female. Themain results found demonstrate that the managers, in general, emphasize theStability and the Social Relationships. The women attribute much value to the variantDoing what they like to which

  18. Gênero e Jornada de Trabalho em Assentamentos Rurais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabete Josefa de Melo

    2011-11-01

    Full Text Available Este relatório contém algumas reflexões sobre gênero e jornada de trabalho no âmbito do coletivo de gênero nos assentamentos de reforma agrária no Pontal do  Paranapanema. Foram objetos de investigação os Projetos de Assentamentos Rodeio, Florestan Fernandes e Água Limpa, todos sob a organização do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST.

  19. Accidents with potentially hazardous biological material among workers in hospital supporting services Accidentes con material biológico entre trabajadores de servicios de apoyo hospitalario Acidentes com material biológico entre trabalhadores dos serviços de apoio hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Rita Marin da Silva Canini

    2005-08-01

    ón por patógenos vehiculados por el sangre. Son necesarios programas educativos específicos para estos trabajadores, con énfasis el los aspectos preventivos.Estudo descritivo objetivou caracterizar os acidentes ocupacionais envolvendo material potencialmente contaminado e os trabalhadores dos serviços de Apoio Hospitalar. O estudo revisou dados de trabalhadores envolvidos nestes acidentes e atendidos num ambulatório especializado de um hospital terciário de grande porte, no período de janeiro de 1997 a outubro de 2001. Neste período foram atendidos 2814 trabalhadores de diversas categorias profissionais, sendo que destes 147 (5,2% pertenciam aos Serviços de Apoio e registraram 156 acidentes. A categoria mais atingida foi auxiliar de limpeza (80,2%, e um terço dos trabalhadores não havia recebido nenhuma dose da vacina contra hepatite B (35,4%. A maioria dos acidentes foi perfurocortante (96,8%, ocasionados por agulhas ocas descartadas em local impróprio. A quimioprofilaxia não foi indicada em apenas 23,1% dos casos. Conclui-se que estes profissionais também estão sujeitos a adquirirem patógenos veiculados pelo sangue e programas educacionais periódicos são necessários.

  20. Sofrimento psíquico e trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sarah Rosa Salles Vieira

    2014-03-01

    Full Text Available O presente artigo aprofunda questões clínico-téoricas relacionadas especificamente ao trabalho docente e ao sofrimento psíquico a ele relacionado a partir da observação clínica e vivência grupal nos atendimentos terapêuticos ocupacionais realizados no Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo "Francisco Morato de Oliveira" (HSPE-FMO. Partindo dos estudos acerca da Psicopatologia do Trabalho de Christophe Dejours, do trabalho docente e do relato de um caso clínico, caracteriza a problemática do sofrimento no trabalho, os sistemas de defesa contra este sofrimento, a ameaça à subjetividade do próprio trabalhador, as representações e conflitos vivenciados no trabalho docente, bem como a relação aditiva estabelecida como uma estratégia inconsciente de sobrevivência psíquica.

  1. MOTIVAÇÃO NO TRABALHO VOLUNTÁRIO: DELINEAMENTO DE ESTUDOS NO BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Cavalcante

    2014-01-01

    Full Text Available Este artigo buscou conhecer quais são os estudos acerca da motivação no trabalho voluntário no âmbito nacional brasileiro, identificando suas hipóteses, instrumentos usados e resultados alcançados. Quanto aos objetivos, trata-se de um esforço exploratório, pois busca maior familiaridade com o problema, procurando a construção de hipóteses. Assume esta classificação pois está se esquadrinhando as teorias existentes sobre motivos do trabalho voluntário. Quanto aos procedimentos técnicos é uma pesquisa bibliográfica baseada em materiais publicados em artigos, dissertações e teses que discutem a motivação no âmbito do trabalho voluntário. Os modelos teóricos utilizados nos trabalhos pesquisados foram diversos: o “conceito da dádiva”, modelos de análise da motivação entre trabalhadores remunerados, além da indefinição de modelos, foram as principais referências escolhidas. Já as metodologias tiveram características essencialmente qualitativas, com o uso de entrevistas para a coleta e com a análise de conteúdo para análise dos dados. Finalmente, os resultados também convergiram para a mesma direção: os voluntários apresentaram motivos altruístas para a escolha e permanência.

  2. A concepção de loucura e do seu tratamento entre os trabalhadores de saúde mental de uma instituição prestadora de serviço em nível secundário de atenção La concepción de locura y de su tratamiento, en los trabajadores de salud mental de una institución The conception of madness and its treatment to mental health workers from a second level service institution

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Mastrange Pugin

    1997-05-01

    Full Text Available O presente trabalho tem como objetivo analisar as concepções de loucura e do seu tratamento entre os trabalhadores de saúde mental de uma instituição prestadora de serviço em nível secundário de atenção e a visão destes sobre o tratamento oferecido pela instituição. A pesquisa empírica foi realizada através de entrevistas semi-estruturadas com trabalhadores da equipe de saúde mental. Através da análise dos discursos foram observadas diversas formas de conceber a loucura sendo divididas em dois grupos: um que reproduz o saber científico (ligadas as diversas correntes de pensamento da área e outro que reproduz o saber advindo da prática. Este último apresenta uma visão social da loucura uma vez que ela é vista como produto das desigualdades sociais. Encontramos também a visão de periculosidade do doente mental em três categorias entrevistadas.El presente trabajo tuvo por objetivo analizar las concepciones de la locura y su tratamiento, considerando los trabajadores de la salud mental que se desempeñan en una institución prestadora de servicios a nivel secundario, y la visión de éstos sobre el tratamiento que les es dado por la propia institución. La investigación empírica fue realizada a través de entrevistas semi-estructuradas, con los discursos fueron observadas diversas formas de concebir la locura, fueron divididas en dos grupos: uno que reproduce el saber científico (vinculado a las diversas corrientes de pensamiento en el área y otro que reproduce el saber oriundo de la práctica. Este último presenta una visión social de la locura, dado que ésta es un producto de las desigualdades sociales. Encontramos también la visión de la peligrosidad del enfermo mental, en tres categorías entrevistadas.This paper aims at analyzing madness, as considered by mental health care workers from a second level service institution, and how they see the therapy offered by the organization. A research was conducted

  3. Acidentes de trabalho em Barcelona (Espanha, no período de 1992-1993 Work accidents in Barcelona (Spain, from 1992 to 1993

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana F. Sampaio

    1998-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As estatísticas dos acidentes de trabalho, como qualquer outro sistema de notificação, devem servir de base para determinar prioridades e decidir quais medidas preventivas devem ser adotadas. Neste contexto, o objetivo do estudo é aprofundar a análise dos acidentes de trabalho através da utilização de técnicas estatísticas descritivas que permitam estabelecer a relação entre o número de acidentes de trabalho ocorridos em Barcelona (Espanha e as variáveis tipo de acidente, setor econômico, tamanho da empresa e tipo de contrato. MÉTODO: Como fonte de dados foi utilizado o sistema de notificação de acidentes graves e mortais ocorridos na cidade de Barcelona (Espanha, entre 1992 e 1993. Foram examinados 848 registros de acidentes de trabalho em trabalhadores do sexo masculino e a partir desses dados efetuou-se uma análise mediante modelos log-lineares. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Os resultados evidenciam que os acidentes traumáticos e o setor de construção têm uma associação positiva, verificada, da mesma forma, entre os acidentes de trânsito e o setor de serviços. Os acidentes traumáticos e de trânsito apresentaram uma associação com as pequenas empresas e os acidentes não traumáticos demonstraram associar-se com as grandes empresas. Verificou-se, ainda, associação entre os trabalhadores temporais e o setor da construção frente aos trabalhadores com contrato fixo, em que se constatou uma associação com os setores de indústria e de serviços. Foi verificada associação positiva entre os acidentes ocorridos com os trabalhadores temporais e as pequenas e médias empresas.INTRODUCTION: The statistics related to labor accidents as with any other notification system ought to be the basis for programs and policies with a view to the adoption of preventive measures. In order to establish preventive norms, however, the health system needs data from researchers focussing on the dynamics of and the pitfalls

  4. Perfil das vítimas de acidentes de transporte terrestre relacionados ao trabalho em unidades de saúde sentinelas de Pernambuco, 2012 - 2014

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Cordeiro Souto

    Full Text Available Resumo OBJETIVO: descrever o perfil das vítimas de acidentes de transporte terrestre (ATT relacionados ao trabalho, notificados nas Unidades Sentinelas de Informação sobre Acidentes de Transporte Terrestre no estado de Pernambuco, Brasil, no período 2012-2014. MÉTODOS: estudo descritivo das vítimas (fatais e não fatais de acidente de transporte terrestre relacionados ao trabalho, notificados em 21 Unidades Sentinelas de Informação sobre ATT de Pernambuco. RESULTADOS: dos 10.691 casos notificados, 87,8% ocorreram entre homens; do total dos registros, 69,0% concentraram-se na faixa etária de 20 a 39 anos; os setores com mais trabalhadores acidentados foram Transporte (24,4% e Comércio (21,3%; a maioria das vítimas eram condutores (82,0% e a motocicleta o meio de locomoção mais utilizado no momento do acidente (77,0%. CONCLUSÃO: entre as vítimas, predominaram motociclistas jovens e do sexo masculino; os achados poderão subsidiar ações intersetoriais de prevenção dos ATT relacionados ao trabalho, adequadas ao perfil das vítimas.

  5. The social clause in the OMC: for a permanent interrelation between OMC and OIT and the respect to the basic rights of the workers A cláusula social na OMC: por uma inter-relação efetiva entre OMC e OIT e o respeito aos direitos fundamentais dos trabalhadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Socorro Azevedo de Queiroz

    2007-12-01

    Full Text Available The inclusion of social clause in the scope of the OMC, as form to eliminate lower conditions of work in the developing countries, is subject that comes exhaustingly being argued inside of the international relations of the commerce. The developed countries accuse the social developing countries with “dumping” and advocate for restrictions in the international trade to the countries that do not consecrate a minimum standard of requirements for the working class. The developing countries accuse the developed countries of waking use of this speech as form to protect their domestic markets. The arguments of both are reasonable, therefore, it is necessary to find an term intermediate, that interrelates OIT and OMC in the direction of protecting the involved workers in the process of production for the international market, at the same time, that it hinders the developed countries of tanking advantage of the social clause to impose protectionistic barriers, harming the developing countries.A inclusão de cláusula social no âmbito da OMC, como forma de eliminar condições de trabalho degradantes nos países em desenvolvimento, é tema que vem sendo exaustivamente discutido dentro das relações internacionais do comércio. Os países desenvolvidos acusam os países em desenvolvimento de “dumping social” e propugnam por restrições no comércio internacional aos países que não consagram um padrão mínimo de exigências para a classe trabalhadora. Os países em desenvolvimento acusam os países desenvolvidos de se utilizarem desse discurso apenas como forma de proteger seus mercados internos. Os argumentos de ambos são plausíveis, por isso, é necessário encontrar um termo médio, que inter-relacione OIT e OMC no sentido de se proteger os trabalhadores envolvidos no processo de produção para o mercado internacional, ao mesmo tempo, que impeça os países desenvolvidos de se aproveitarem da cláusula social para imporem barreiras

  6. Atitude frente à dor em trabalhadores de atividades ocupacionais distintas: uma aproximação da psicologia cognitivo-comportamental Attitude of workers with chronic pain in different occupational activities: an approach of the cognitive-behaviorist psychology

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica A. G. de Lima

    2005-03-01

    Full Text Available Este estudo apresenta o perfil da atitude frente à dor em trabalhadores inseridos em atividades ocupacionais distintas com diagnóstico de LER/DORT acompanhados pelo Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador do Estado da Bahia (CESAT/Ba. Foram entrevistados 65 trabalhadores numa amostra de conveniência. Utilizou-se como instrumento o Inventário de Atitudes Frente à Dor, na versão reduzida IAD, adaptado para língua portuguesa, contando com sete domínios ou escalas: cura médica, controle, solicitude, incapacidade, medicação, emoção e dano físico. Na análise procedeu-se a comparação das médias das escalas do IAD-breve entre as atividades ocupacionais e as variáveis socioculturais. A comparação das escalas entre as atividades ocupacionais, sexo e limitação para o trabalho revela diferenças entre as médias do domínio dano físico numa direção mais desfavorável para os industriários, sexo masculino e menor limitação para o trabalho e nos domínios emoção e controle mais favorável entre os praticantes de religião. Esses achados apontam para a possibilidade de utilização dessa abordagem para uma melhor compreensão da complexidade do fenômeno da dor crônica, assim como a necessidade de expandir o conceito da assistência e reabilitação desses trabalhadores tendo como referência um modelo de cuidado integral.This study presents the attitude of workers in different activities (bank workers, checkout workers and industrial workers with chronic pain related to the Repetition Strain Injures (RSI diagnosed in an occupational outpatient clinic - Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador (CESAT, in the State of Bahia, Brazil. Sixty five workers from a convenience sample were interviewed, using the short version of the Survey of Pain Attitude, adapted to the Portuguese language. This questionnaire contains seven domains: control, emotion, disability, physical impairment, medication, solicitude, medical cure. Student

  7. Comportamentos de risco, auto-avaliação do nível de saúde e percepção de estresse entre trabalhadores da indústria Health risk behaviors, health status self-assessment and stress perception among industrial workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauro V G de Barros

    2001-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a prevalência e analisar a associação entre comportamentos de risco à saúde, percepção de estresse e auto-avaliação do nível de saúde, em trabalhadores da indústria. MÉTODOS: Estudo epidemiológico transversal, utilizando questionário previamente testado em estudo-piloto realizado em Santa Catarina, Brasil. Foram coletados dados sobre fumo, abuso de álcool, consumo de frutas e verduras, atividades físicas, percepção de estresse e auto-avaliação do nível de saúde de 4.225 trabalhadores (67,5% homens e 32,5% mulheres. Os sujeitos foram recrutados por meio de amostragem por conglomerados em três estágios (erro de 5%. A análise estatística incluiu o teste de qui-quadrado e a análise de regressão logística, para um nível de significância de pOBJECTIVE: To identify the prevalence and association among health risk behaviors, stress perception, and health status self-assessment among industrial workers. METHODS: A cross-sectional study was performed using a questionnaire previously tested in a pilot study in the State of Santa Catarina, Brazil. Data on smoking, alcohol consumption, fruit and vegetables intake, physical activity, stress perception, and self-assessment of health status were available for 4,225 workers (67.5% males and 32.5% females. Subjects were selected using a 3-stage cluster sampling (5% error margin. Statistical analysis was performed using Chi-square, and logistic regression analysis (p<0.05. RESULTS: The mean age was 29.7 years old (SD=8.6. The prevalence of smokers was 20.6%, higher among males (23.1% than females (15.6%. The proportion of heavy drinkers was high (57.2% among males and 18.8% among females. Almost half of the subjects (46.2% reported no leisure-time physical activity (67% females and 34.8% males. Approximately 14% of subjects reported high levels of stress and difficulty to cope with daily tasks. About 15% of the workers perceived their health status as regular

  8. Riscos ocupacionais de uma indústria calçadista sob a ótica dos trabalhadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Reinher da Luz

    2013-02-01

    Full Text Available O estudo teve como objetivo identificar os riscos ocupacionais de uma indústria calçadista sob a ótica dos trabalhadores, bem como as medidas preventivas adotadas por eles contra os riscos. Realizou-se um estudo qualitativo, descritivo. A amostra foi composta por quinze trabalhadores. Os dados foram coletados por entrevista semiestruturada e analisados à luz da análise de conteúdo. Foram respeitados os aspectos éticos e a pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Os resultados apontam que os trabalhadores são conhecedores dos riscos do seu processo de trabalho, faziam uso de medidas de proteção individual e a empresa disponibilizava dispositivos de segurança, informando e realizando, periodicamente, visitas aos setores, na perspectiva de desenvolver ações educativas.

  9. DA PROTEÇÃO AO AMBIENTE DO TRABALHO: OS NOVOS MARCOS DEFINIDORES DO RISCO NO TRABALHO

    OpenAIRE

    Lourival José de Oliveira; Lina Andréia Santarosa Mussi

    2012-01-01

    RESUMOO meio ambiente do trabalho deve ser entendido como um bem público. Deste entendimento deriva uma compreensão diferente no que se refere principalmente à sua proteção. A aplicação da teoria da responsabilidade subjetiva, seja qual for a hipótese, encontra-se em descompasso com os valores erigidos constitucionalmente. A nova realidade empresarial, os novos modelos gerenciais, a nova dinâmica imposta no cotidiano do trabalho fez nascer características próprias no trabalhador, conhecidas n...

  10. Assédio moral no judiciário: Prevalência e repercussões na saúde dos trabalhadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Machado Pooli

    2018-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar a prevalência do assédio moral e suas repercussões na saúde de trabalhadores em uma instituição judiciária. Adotou-se método quantitativo, transversal e de caráter descritivo. Analisou-se a organização do trabalho, situações de assédio moral e possíveis associações entre o assédio moral e danos à saúde. Como instrumentos, foram aplicados um questionário biossociodemográfico e laboral e o Questionário de Atos Negativos (QAN. Os resultados evidenciaram que 37% dos respondentes foram submetidos a práticas de assédio moral na medida objetiva e 6,2% pela medida subjetiva, que 75% dos participantes indicaram o superior hierárquico como agressor e que os comportamentos negativos relacionados ao contexto e à gestão do trabalho preponderaram sobre os atos hostis direcionados à pessoa. Apareceram como repercussões na saúde depressão, ansiedade, nervosismo, irritabilidade, angústia, crises de choro, insônia, problemas digestivos e tensão muscular. Concluiu-se que ser alvo de atos hostis tem relação com danos à saúde.

  11. UM ESTUDO DA INFLUÊNCIA DA GESTÃO DE PESSOAS NO DESEMPENHO DO TRABALHADOR E NA MELHORIA DA QUALIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Crislaine Carvalho

    2017-01-01

    Full Text Available A qualidade é uma das principais preocupações presentes dentro das organizações, e estas estão sempre à procura de ferramentas que possam auxiliar nesse processo. A influência da gestão de pessoas no desempenho do trabalhador pode ser um diferencial para as empresas no mercado competitivo. Este trabalho tem a finalidade de apresentar o relacionamento entre a gestão de pessoas e a gestão da qualidade e seus reflexos no processo de melhoria contínua. Nesse contexto, foi feita uma revisão bibliográfica da evolução histórica da qualidade e os reflexos da gestão de pessoas nesse processo. Foi estudado também uma evolução do termo Gestão de Pessoas e suas diversas nomenclaturas adotadas ao longo do tempo, e as influências dessas nomenclaturas no relacionamento com os funcionários. Essa pesquisa trouxe resultados positivos a respeito da influência da gestão de pessoas na melhoria da qualidade, mostrando que os interesses da empresa e dos funcionários podem sim caminhar juntos, desde que ambos os lados estejam satisfeitos, o que confirmou a hipótese inicial desse trabalho.

  12. Organização do trabalho em enfermagem: implicações no fazer e viver dos trabalhadores de nível médio Work organization in nursing: implications for work performance and life of unregistered nurses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Pires

    2004-09-01

    Full Text Available Este artigo reflete acerca da organização do trabalho da enfermagem no contexto do trabalho em saúde. Sustenta-se teoricamente nas formulações do materialismo histórico-dialético sobre o processo de trabalho humano, em uma abordagem crítica do conceito de profissão elaborado pela sociologia das profissões e em algumas teorias do campo da administração que vêm influenciando o trabalho da enfermagem. Teve por base os dados obtidos em 6 (seis pesquisas de campo que resultaram em 3 (três dissertações de mestrado e 3 (três teses de doutorado que trataram do tema, utilizando a abordagem da pesquisa qualitativa e envolvendo a participação de representantes dos diversos grupos que compõe a equipe de enfermagem. Conceitua organização do trabalho incluindo a perspectiva da vivência nos locais de trabalho e das relações macrossociais. Ressalta que as transformações que vêm ocorrendo no mundo do trabalho têm influenciado o trabalho em saúde, mas que o modelo de organização continua influenciado pela lógica taylorista. Conclui que a realidade da organização do trabalho da enfermagem pode ser mudada pela ação coletiva dos profissionais de enfermagem, em aliança com os demais setores organizados da sociedade e atendendo as necessidades dos usuários dos serviços.This article presents a reflection concerning the organization of work in nursing in the context of the organization of work in health care. It is theoretically sustained by the historical-dialectic materialism upon human labor process and it is also based upon a critical vision about the profession concept elaborated by the sociology of professions and upon some theories in the field of administration that have been influenced nursing work. The study is based upon data obtained in six (6 field research, three (3 of which resulted in master's theses and three (3 of which resulted in doctorate dissertations. These six researches dealt with the theme of the

  13. O sujeito entre a alcoolização e a cidadania: perspectiva clínica do trabalho El sujeto entre la alcoholización y la ciudadanía: perspectiva clínica del trabajo The subject between alcoholization and citizenship: clinical perspective of work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heliete Karam

    2003-12-01

    Full Text Available Este artigo focaliza a importância da centralidade do trabalho para que o sujeito, na fase adulta, não interrompa seu processo de construção da identidade ao ingressar no âmbito do espaço público - interrupção que gera sofrimento e, com o tempo, tende a gerar, também, uma gama de sintomas psicológicos, sociais e, muitas vezes, orgânicos. Quando o trabalho perde esta centralidade, ou seja, quando falha como operador de saúde mental, as práticas de alcoolização massiva e abusiva, muitas vezes confundidas com alcoolismo, podem se instalar enquanto estratégias coletivas de defesa contra o sofrimento patogênico. Uma certa forma de se trabalhar coletivamente com os trabalhadores sobre o sentido de suas atividades e tarefas numa determinada organização mostrou-se capaz de reverter este quadro, na medida em que substituiu o álcool pela palavra.Este artículo foca la importancia de la centralidad del trabajo para que el sujeto, en la fase adulta, no interrumpa su proceso de construcción de la identidad al ingresar en el ámbito del espacio público - interrupción que genera sufrimiento y, con el tiempo, tiende a generar, también, una gama de síntomas psicológicos, sociales y, muchas veces, orgánicos. Cuando el trabajo pierde esta centralidad, o sea, cuando falla como operador de salud mental, las prácticas de alcoholización masiva y abusiva, muchas veces confundidas con alcoholismo, pueden instalarse como estrategias colectivas de defensa contra el sufrimiento patogénico. Una cierta forma de trabajar colectivamente con los trabajadores sobre el sentido de sus actividades y tareas en una determinada organización se mostró capaz de reverter este cuadro, en la medida que sustituyó el alcohol por la palabra.This article focuses on the importance of the centrality of work so that the subject, in the adult phase, does not interrupt his process of constructing an identity by entering the public sphere - an interruption which

  14. A flexibilização das relações de trabalho na saúde: a realidade de um Hospital Universitário Federal

    OpenAIRE

    Alves,Sheila Maria Parreira; Coelho,Maria Carlota de Rezende; Borges,Luiz Henrique; Cruz,César Albenes de Mendonça; Massaroni,Leila; Maciel,Paulete Maria Ambrósio

    2015-01-01

    ResumoEstudo de natureza histórico-social com objetivo de analisar as repercussões da flexibilização das relações de trabalho na realidade de um Hospital Universitário (HU). Utilizou-se como método a história oral temática e a análise triangulada entre as fontes, constituídas por depoimentos dos trabalhadores, documentos institucionais e literatura. Constatou-se que a flexibilização, impulsionada pela Reforma de Estado na década de 90, interferiu de maneira estrutural na trajetória desta Inst...

  15. O preparo para o trabalho de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yone Caldas Silva

    Full Text Available A autora focaliza a importância da preparação psicológica e profissional dos trabalhadores, para enfrentarem os riscos do trabalho, no cenário atual de mudanças nas organizações. Considerando a literatura científica internacional, apresenta dados de sua experiência pessoal. A partir do diagnóstico organizacional, sob a coordenação da Assessoria em Segurança, Saúde e Meio Ambiente, da Refinaria Duque de Caxias, (RJ , da qual era consultora, foi aplicada uma metodologia baseada na autonomia de ação de grupos de empregados, incluindo decisões na aplicação de recursos. Como resultados, são evidenciados a dinamização da estrutura organizacional, mudanças nas condições de trabalho, diminuição significativa nos índices e na gravidade dos acidentes, maior capacitação psicológica e profissional para o trabalho de equipe e o desenvolvimento de aptidão gerencial. Conclui, focalizando o importante papel das instituições vinculadas à segurança, saúde e meio-ambiente, indicando a necessidade de serem implementadas pesquisas de novas metodologias concernentes aos aspectos psicológicos do trabalho.

  16. O PROCESSO DE INTRODUÇÃO DA MAQUINARIA NA INDÚSTRIA FABRIL E O TRABALHADOR [doi: 10.5329/RECADM.20020102006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Shigunov Neto

    2002-11-01

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste texto é analisar as implicações que a introdução da maquinaria trouxe para os trabalhadores das fábricas, tomando como ponto de partida o período inicial da Revolução Industrial. Nossa hipótese de trabalho sugere que a maquinaria em si, como instrumento auxiliar do progresso, é benéfica para a sociedade e, até mesmo, para o trabalhador, no entanto, a aplicação dada pelo capitalista é que poderá ser prejudicial para os mesmos, em especial para o trabalhador e suas condições de trabalho.

  17. O exílio da vida nas margens do mundo. Violência contra trabalhadores escravos em Mato Grosso (1970-1989

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciene Aparecida Castravechi

    2013-11-01

    Full Text Available O presente trabalho é centrado na investigação a respeito da violência ocorrida contra trabalhadores migrantes conhecidos como peões, no extremo Nordeste do Estado de Mato Grosso. Nesta pesquisa procuramos elucidar algumas questões, tais como: violência, trabalho escravo contemporâneo, exclusão, conflito de terras; migrações; ou seja, alguns dos problemas da região do Araguaia, na qual parte da Igreja Católica tendo Dom Pedro Casaldáliga à frente esteve presente apoiando os segmentos sociais mais vulneráveis, durante os anos do governo militar. O local escolhido para nossas observações foi o extremo Nordeste de Mato Grosso, cortado pela BR-158 e pelo rio Araguaia no sentido Sul - Norte e se deve ao fato paradoxal da modalidade de trabalho, ter se evidenciado na região simultaneamente à entrada dos grandes empreendimentos agropecuários ligados a conglomerados bancários, multinacionais montadoras de automóveis, que supostamente promoveriam a substituição das relações de produção de subsistência juntamente com o denominado trabalho escravo contemporâneo, que no Brasil e mais precisamente nas regiões Norte e Centro-Oeste, têm como padrão o trabalho no setor primário. A Amazônia foi alvo privilegiado das ações governamentais na esfera federal, naquilo que ficou conhecido como o processo de colonização e que se propunha um substitutivo à reforma agrária. Grande número de migrantes do Nordeste brasileiro buscou trabalho na região. Foi naquele contexto que expressões como gato, peão, “empreita” e “escravidão por dívida”, entre outras ganharam sentido e aos poucos se tornaram objetos de um contingente crescente de estudiosos de diferentes áreas do conhecimento, buscando o melhor entendimento do fenômeno do trabalho escravo contemporâneo.

  18. OS DESCAMINHOS NA FRONTEIRA: FISCAIS DO ESTADO E TRABALHADORES NOS PROCESSOS DE APREENSÃO DE MERCADORIAS NA FRONTEIRA BRASIL-PARAGUAI (1980-2015

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cíntia Fiorotti

    2015-08-01

    Full Text Available Neste texto nos concentramos em analisar parte das relações de trabalho vividas na fronteira Brasil-Paraguai, buscando compreender como trabalhadores envolvidos com o comércio e transporte de mercadorias na fronteira, interpretam e lidam com as mudanças ocorridas em suas atividades laborais entre 1980 e 2015. O local de estudo envolve algumas cidades da Costa Oeste do Paraná localizadas na fronteira com o Leste do Paraguai, dando ênfase à Guaíra-Pr, Salto del Guairá/PY e, também, Mundo Novo no estado do Mato Grosso do Sul. Para tanto, utilizamos como fontes alguns autos criminais de comarcas regionais entre 1980 a 1990, legislações brasileiras, jornais locais e entrevistas com vendedores em lojas e ambulantes em Salto del Guairá, atravessadores de mercadorias na fronteira e ex-funcionários da receita federal que viveram e trabalharam nesta região de fronteira.

  19. Levantamento soroepidemiológico de leptospirose em trabalhadores do serviço de saneamento ambiental em localidade urbana da região sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almeida Laerte Pereira de

    1994-01-01

    Full Text Available A pesquisa de aglutininas anti-Leptospira, pela técnica de soroaglutinação microscópica, em soros de trabalhadores dos serviços de águas, bueiros e galerias, esgotos, coleta de lixo e limpeza pública, do Município de Pelotas, RS, Brasil, revelou 10,4% de reagentes a um ou mais sorovares; não houve diferenças significantes entre as proporções de reagentes de cada um dos setores de trabalho. Foram identificados 12 sorovares diferentes; castelonis e australis, apesar de mais freqüentes, não apresentaram diferenças estatisticamente significantes com os demais. Constatou-se que 86,9% das amostras apresentavam títulos aglutinantes compreendidos entre 100 e 400; as proporções de soros com títulos iguais a 100 e 400 foram superiores às dos títulos 800, 1.600 e 3.200 (p < 0,05.

  20. Situação do indivíduo no mercado de trabalho e iniqüidade em saúde no Brasil The individual's status in the labor market and health inequity in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Giatti

    2006-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar as desigualdades na condição de saúde pessoal e na utilização de serviços de saúde em relação à situação do indivíduo no mercado de trabalho. MÉTODOS: Foram estudados 39.925 homens de 15 a 64 anos de idade residentes em 10 regiões metropolitanas brasileiras, participantes da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 1998. Eles foram classificados como trabalhadores formais, informais, desempregados ou fora do mercado de trabalho. Os demais trabalhadores foram comparados aos trabalhadores formais em relação às características sociodemográficas, indicadores de saúde e de utilização de serviços de saúde. A análise incluiu o qui-quadrado de Pearson e associação independente entre situação no mercado de trabalho e indicadores de saúde e utilização de serviços de saúde foi feita por meio de regressão logística multinomial. RESULTADOS: Dos participantes do estudo, 52,2% eram trabalhadores formais, 27,7% informais, 10% desempregados e 10,2% estavam fora do mercado de trabalho. Foram identificadas diferenças significativas relativas à idade, escolaridade, renda domiciliar, posição no domicílio e região de residência. O desemprego, o trabalho informal e, sobretudo, a exclusão do mercado de trabalho estiveram associados à pior condição de saúde entre adultos brasileiros, independentemente das características sociodemográficas. CONCLUSÕES: A situação do indivíduo no mercado de trabalho expressa um gradiente de desigualdade nas condições de saúde. Os achados reforçam que a situação do indivíduo no mercado de trabalho também deve ser considerada nos estudos das desigualdades em saúde.OBJECTIVE: To investigate inequalities in personal health conditions and in the utilization of healthcare services according in relation to the individual's status in the labor market. METHODS: This study was based on 39,925 males aged 15 to 64 years living in 10 Brazilian metropolitan

  1. Trabalho doméstico: desafios para o trabalho decente Domestic work: challenges for decent work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Sanches

    2009-12-01

    Full Text Available Este artigo apresenta um panorama da situação das trabalhadoras domésticas e traz algumas questões relativas à sua dimensão no mundo e no Brasil, suas condições de trabalho e importância para o funcionamento geral dos mercados de trabalho e dos domicílios. Buscase mostrar a relevância que tem o conceito de trabalho decente, promovido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT, para o trabalho doméstico e a equiparação de seus direitos no trabalho aos do conjunto das trabalhadoras e dos trabalhadores. Ressalta-se a oportunidade da discussão na próxima Conferência Internacional do Trabalho da OIT, em 2010, na qual o tema é ponto de pauta com vistas à elaboração de um instrumento internacional de proteção ao trabalho domésticoThis article presents an overview of the situation of the domestic workers and focuses on some issues related to its dimension in the world and in Brazil, to their conditions of work and its importance to the labor market and to the households. We aim to demonstrate the relevance of the concept of decent work, promoted by ILO - International Labor Organization, for the domestic work and the need to extend their rights to level them with the other workers. It also highlights the opportunity offered by the next International Labor Conference, in 2010, when one of the issues of the agenda is to discuss the crafting and adoption of international labor standards in the form of a specific convention or recommendation

  2. Acidentes de trabalho: custos previdenciários e dias de trabalho perdidos Occupational accidents: social insurance costs and work days lost

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Sousa Santana

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a contribuição de benefícios concedidos por acidentes de trabalho dentre o total de benefícios relacionados com a saúde da Previdência Social, focalizando os custos conforme o tipo de benefício, e o impacto sobre a produtividade relativa a dias perdidos de trabalho. MÉTODOS: Utilizam-se registros dos despachos de benefícios do Sistema Único de Benefícios do Instituto Nacional de Seguridade Social da Bahia, em 2000. Acidentes de trabalho foram definidos com o diagnóstico clínico para Causas Externas, Lesões e Envenenamentos (SS-00 a T99 da Classificação Internacional de Doenças 10ª Revisão, e o tipo de benefício que distingue problemas de saúde ocupacionais e não ocupacionais. RESULTADOS: Foram estudados 31.096 benefícios concedidos por doenças ou agravos à saúde, dos quais 2.857 (7,3% eram devidos a acidentes de trabalho. Maiores proporções foram estimadas entre os trabalhadores da indústria da transformação e construção/eletricidade/gás, 18% do total dos benefícios. Os custos com os benefícios para acidentes de trabalho foram estimados em R$8,5 milhões, com aproximadamente meio milhão de dias perdidos de trabalho no ano. CONCLUSÕES: Apesar do conhecimento de que esses dados são sub-enumerados, e restritos aos trabalhadores que conseguiram receber benefícios relacionados com a saúde, os achados revelam o grande impacto sobre a produtividade e o orçamento do Instituto Nacional de Previdência Social de agravos reconhecidos como evitáveis, reforçando a necessidade de sua prevenção.OBJECTIVE: To estimate the proportion of occupational accident benefits granted within the total for health-related social security benefits, viewing the costs according to benefit type and the impact on productivity according to work days lost. METHODS: Records of benefit decisions from the National Benefits System of the National Social Security Institute for the State of Bahia in 2000 were utilized

  3. Exposições ocupacionais por fluidos corpóreos entre trabalhadores da saúde e sua adesão à quimioprofilaxia Exposiciones ocupacionales por fluidos corporales entre trabajadores de la salud y sy adhesión a la quimioprofilaxis Occupational exposure of health care workers to organic fluids and adhesion to chemorprophilaxis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clara Alice Franco de Almeida

    2007-03-01

    Full Text Available Os objetivos do estudo foram investigar as características do acidente e do acidentado e avaliar a adesão à quimioprofilaxia e aos exames de controle e seguimento após o acidente ocupacional com risco de contaminação pelo vírus da imunodeficiência humana e vírus das hepatites B e C. Este é um estudo epidemiológico descritivo cujos dados foram coletados nas notificações realizadas em uma região administrativa da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, Brasil, nos anos de 2000 e de 2001. Observou-se 7,3% de recusa à quimioprofilaxia contra o vírus da imunodeficiência humana por meio de anti-retroviral, e 40,6% dos trabalhadores que a aceitaram não completaram o tratamento no tempo previsto de quatro semanas. Em razão desse diagnóstico, evidencia-se a necessidade de que as instituições envolvidas estabeleçam estratégias que possibilitem um aumento da adesão dos trabalhadores da saúde a esses cuidados.Los objetivos del estudio fueron investigar las características del accidente y del accidentado y evaluar la adhesión a la quimioprofilaxis y a los exámenes de control y seguimiento después del accidente ocupacional con riesgo de contaminación por el virus de la inmunodeficiencia humana y virus de las hepatitis B y C. Se trata de un estudio epidemiológico descriptivo cuyos datos fueron recolectados en las notificaciones realizadas en una región administrativa de la Secretaría de Estado de la Salud de Sao Paulo- Brasil, en los años 2000 y 2001. Se observó un 7,3% de rechazo a la quimioprofilaxis contra el virus de la inmunodeficiencia humana por medio de anti retroviral, y un 40,6% de los trabajadores que la aceptaron no completaron el tratamiento en el tiempo previsto de cuatro semanas. En razón de ese diagnóstico, se evidencia la necesidad de que las instituciones involucradas establezcan estrategias que posibiliten un aumento de la adhesión de los trabajadores de salud a esos cuidados.This study was aimed

  4. Análise dos acidentes de trabalho do tipo quedas em altura na indústria da construção

    OpenAIRE

    Araújo, José António Faria

    2011-01-01

    Dissertação de mestrado em Engenharia Humana Os acidentes de trabalho constituem um problema que preocupa todos os técnicos de Segurança e Higiene do Trabalho. Um acidente de trabalho, quando occorre, pode provocar graves lesões no(s) trabalhador(es) sinistrado(s), bem como enormes prejuízos materiais para as entidades empregadoras. Apenas a análise dos acidentes permite a criação de mecanismos para minimizar, e se possível evitar, a futura ocorrência dos mesmos. O projecto ...

  5. Síndrome de Burnout entre os trabalhadores da Estratégia de Saúde da Família Síndrome de Burnout entre los trabajadores de la Estrategia de Salud de la Familia Syndrome of Burnout among the workers of the Strategy of Health of the Family

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia de Lima Trindade

    2010-06-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo descritivo, desenvolvido junto a dezesseis equipes de Estratégia de Saúde da Família de Santa Maria (RS, que objetivou identificar os trabalhadores com a Síndrome de Burnout e as variáveis associadas a este distúrbio. A amostra foi composta por 86 trabalhadores, representando 86,3% dos profissionais (médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, odontólogo e auxiliar de consultório dentário e 30,2% dos agentes comunitários de saúde, os quais responderam ao Maslach Inventory Burnout. A idade média do grupo foi de 36,94±9,3 anos, com predominância do sexo feminino (84,9%. A maioria possui companheiro (68,2%, tem filhos (69,4%, trabalha, em média, 3,38±1,9 anos na equipe e não realiza atividades físicas (62,8%. Identificaram-se seis trabalhadores (6,9% com a Síndrome de Burnout, a qual teve associação estatística significativa (p= 0,034 com a variável idade jovem. Os mais jovens obtiveram escores superiores nas subescalas de desgaste emocional e despersonalização do Inventário de Burnout.Se trata de un estudio descriptivo, desarrollado junto a dieciséis equipos de Estrategia de la Salud de la Familia de Santa María (RS, Brasil que tuvo como objetivo identificar a los trabajadores con el Síndrome de Burnout y las variables asociadas a este disturbio. La muestra se compuso de 86 trabajadores, que representaban el 86,3% de los profesionales (médicos, enfermeros, técnicos en enfermería, odontólogos y auxiliares de consultorio odontológico y 30,2% de los agentes comunitarios de salud, los cuales respondieron al Maslach Inventory Burnout. La edad promedio del grupo fue de 36,94±9,3 años, con predominancia de sexo femenino (84,9%. La mayoría vive en pareja (68,2%, tiene hijos (69,4%, ha trabajado en el equipo durante un promedio de 3,38±1,9 años y no realiza actividades físicas (62,8%. Se identificaron seis trabajadores (6,9% con Síndrome de Burnout, los cuales tuvieron una asociación estad

  6. Juventude, trabalho e instituições filantrópicas Youth, work and philanthropic institutions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delma Pessanha Neves

    2006-12-01

    Full Text Available A restrição de postos de trabalho e a desqualificação dos saberes profissionais fundados na experiência cotidiana e na reflexão de ensinamentos transferidos entre gerações de trabalhadores têm constrangido pais e filhos quanto à elaboração de projetos de inserção de novas gerações pelo trabalho. Agentes institucionais que se outorgam a colaboração nesta tarefa pouco conseguem apresentar alternativas, razão pela qual deslocam suas proposições para a defesa das atividades que caracterizam práticas culturais e lúdicas, quase sempre orientadas pela provisoriedade. A partir da análise da prática de três instituições filantrópicas voltadas para formação profissional de jovens advindos de camadas populares e de pesquisa sobre itinerários ocupacionais com este segmento populacional, proponho-me analisar alguns dos dilemas que os agentes em jogo enfrentam, sugerindo perspectivas facilitadoras da elaboração de propostas para a inserção de jovens no mercado de trabalho.Lack of employment and non-recognition of professional knowledge based on everyday experience and on the reflection of learning processes based on transfer through generations, have constrained parents and children in the elaboration of projects of inclusion of new generations through work. Institutional agents that could cooperate in this task cannot point alternatives, and, for this reason, almost always propose activities related to cultural or leisure practices, almost always temporary. Based on the analysis of three philanthropic institutions oriented towards education of youngsters from low income families, an analysis of some of the dilemmas faced by those actors is undertaken, suggesting facilitating perspectives for the making of proposals of youngster's inclusion in the work market.

  7. RELAÇÕES APOSENTADORIA, FAMÍLIA E SAÚDE DO TRABALHADOR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora Aparecida Moura Campos

    2017-01-01

    Full Text Available Resumo: Ao se aposentar, o indivíduo deixa de desempenhar seu papel de trabalhador “formal”, passando a focalizar o desempenho de um membro mais ativo na família. Este artigo teve por objetivo identificar as inter-relações entre o fenômeno da aposentadoria na família e na saúde do trabalhador, analisando as publicações nacionais, em especial, artigos científicos, no período de 2013 a 2015, a partir dos descritores “aposentadoria e família”, “aposentadoria e saúde do trabalhador”. Encontrou-se o total de 198 publicações, sendo 19 delas analisadas. Constatou-se a aposentadoria como um evento de vida e, a coincidência de sua ocorrência com a proximidade da velhice, além da estreita relação com as questões de saúde e de família, configurando-se um desafio durante o processo de envelhecimento. Concluiu-se que a inter-relação dos temas aposentadoria, envelhecimento, contexto familiar e a saúde do trabalhador estão em evidência nas publicações encontradas neste estudo.   Palavras-chave: Aposentadoria. Família. Saúde do trabalhador

  8. Fatores associados à inatividade física no lazer e principais barreiras na percepção de trabalhadores da indústria do Sul do Brasil Variables associated with leisure-time physical inactivity and main barriers to exercise among industrial workers in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shana Ginar da Silva

    2011-02-01

    Full Text Available Identificar as principais barreiras percebidas e verificar os fatores associados à inatividade física no lazer em trabalhadores industriários do Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Estudo transversal com análise secundária de dados, incluindo 2.265 trabalhadores. Treze barreiras foram investigadas: cansaço, clima, excesso de trabalho, falta de vontade, obrigações de estudo, obrigações familiares, distância até o local da prática, falta de habilidade motora, falta de condições físicas, falta de instalações, falta de dinheiro e condições de segurança, além da opção outra. A prevalência de inatividade física no lazer entre os trabalhadores foi 45,4%, e as barreiras mais prevalentes foram cansaço (15,1%, excesso de trabalho (12,7% e obrigações familiares (9,2%. Cansaço, excesso de trabalho, obrigações familiares, falta de vontade, falta de dinheiro, obrigações de estudo e clima estiveram associados à inatividade física no lazer. Políticas públicas focadas em macroestratégias de intervenção podem ajudar esses trabalhadores a superar tais barreiras e incorporarem um estilo de vida ativo.The aim of this study was to identify the main perceived barriers to leisure-time physical activity and factors associated with physical inactivity among industrial workers in the State of Rio Grande do Sul, Brazil. A cross-sectional study with analysis of secondary data included 2,265 workers. Thirteen barriers were investigated: fatigue, weather, overwork, lack of will, study obligations, family obligations, distance to the facility/setting, affordability, lack of motor skills, poor physical conditioning, lack of facilities, lack of money, security, and others. Prevalence of physical inactivity among workers was 45.4%, and the most common barriers were fatigue (15.1%, overwork (12.7%, and family obligations (9.2%. Fatigue, overwork, family obligations, lack of will, affordability, study obligations, and weather were

  9. Desregulamentação do trabalho e desregulação da atividade: o caso da terceirização da limpeza urbana e o trabalho dos garis Work deregulation and deregulation of the activity: the case of outsourcing of urban cleaning and the street sweeper work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Cristiano de Oliveira Santos

    2009-04-01

    Full Text Available Os mecanismos precisos que associam terceirização e saúde do trabalhador ainda são pouco conhecidos. Mesmo que as relações entre terceirização e saúde pareçam evidentes, não é trivial demonstrar que existem relações causais diretas e específicas entre a mudança da relação contratual e o adoecimento. Embora reais, os diversos aspectos da precarização jurídica, social e econômica não explicam per se o aumento dos agravos à saúde do trabalhador terceirizado. Apoiando-nos no conceito de (desregulação da atividade de trabalho, mostramos como a desregulamentação das relações de trabalho que acompanham a terceirização dos serviços de limpeza urbana pode levar ao adoecimento ou aumentar os agravos à saúde dos garis terceirizados. Para isto, recorreu-se à Análise Ergonômica do Trabalho para compreender o cotidiano dos trabalhadores terceirizados.The precise mechanisms associating outsourcing and occupational health are not well known yet. Even being the relations between outsourcing and health apparently evident, it isn't easy to demonstrate the existence of direct and specific causal relations between the change of the contractual relations and occupational diseases. The various aspects of juridical, social and economic deregulations, although real, do not explain themselves the increasing damages on the external workers' health. Based on the concept of deregulation of the work activity if will be shown how the deregulation of the work relations that come along with outsourcing of urban cleaning services can produce or grow the occupational diseases and accidents of the street sweepers. For this it was appealed to work ergonomic analyzes to understand the daily activity of the street sweepers.

  10. Avaliação de políticas públicas de segurança alimentar e combate à fome no período 1995-2002: 2 - Programa de Alimentação do Trabalhador Evaluation of Brazilian public policies to promote food security and fight hunger, 1995-2002: 2 - the Workers' Nutrition Program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonor Maria Pacheco Santos

    2007-08-01

    Full Text Available O estudo avaliou o Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT entre 1995 e 2002, sob a ótica da estrutura-processo-resultado. A metodologia consistiu em pesquisa documental e estudo de caso em 45 municípios na Bahia, resultando em 2.389 questionários domiciliares. Em termos de estrutura analisou-se a evolução normativa do programa até 2002. Quanto ao atendimento das necessidades nutricionais dos trabalhadores, o programa passou de uma insuficiente adequação calórica nos anos 80 para uma associação positiva entre sobrepeso e trabalho em empresa com PAT. Na Bahia a cobertura foi insuficiente entre os 5.120 adultos maiores de 20 anos investigados. Houve diferença significativa no acesso a benefícios alimentares entre trabalhadores do interior (26,1% e da capital (6,1%. Contudo, a focalização foi adequada: todos os beneficiados no interior e 92,4% na capital tinham renda menor que cinco salários mínimos. Faz-se necessária uma maior divulgação do PAT junto à população alvo, de forma a conscientizar os trabalhadores sobre os seus direitos e as ações desenvolvidas pelo Programa.This study evaluated the Workers' Nutrition Program in Brazil from 1995 to 2002, from a structure-process-results perspective. The methodology involved documental research and a case study in 45 municipalities in the State of Bahia, resulting in 2,389 household interviews. In relation to structure, we analyzed the program's normative evolution until 2002. As for nutritional recommendations, the program shifted from insufficient calorie supply in the 1980s to a positive association between overweight and employment in companies adopting the Workers' Nutrition Program. In Bahia, overall program coverage was insufficient among the 5,120 adults 20 years or older who were interviewed. A significant difference was observed in access to food benefits among workers in the interior of the State (6.1% as compared to the State capital, Salvador (26.1%. However

  11. Capacidade para o trabalho, saúde e ausência por doença de trabalhadoras de um centro de pesquisa por grupos de idade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Silvia Monteiro

    Full Text Available Este estudo avaliou a capacidade para o trabalho de trabalhadoras brasileiras por grupo de idade e ocupação e analisou as ausências por doença registradas durante um ano. A capacidade para o trabalho das mulheres foi avaliada através do Índice de Capacidade para o Trabalho, desenvolvido por pesquisadores finlandeses. Este instrumento é baseado na autopercepção dos trabalhadores e é composto de sete itens. A pesquisa foi desenvolvida no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de uma companhia de alta tecnologia. A taxa de resposta final dos sujeitos foi de 38%. Este artigo inclui somente as trabalhadoras (n=43. A idade dos sujeitos variou de 35 a 54 anos e 79% deles tinham curso universitário. O índice de capacidade para o trabalho médio foi semelhante no grupo mais jovem e no grupo mais velho. A análise dos itens do índice mostrou diferença estatisticamente significante em relação às exigências físicas do trabalho na direção do grupo mais jovem. Em relação ao número de doenças com diagnóstico médico, à ausência por doença no último ano e aos recursos mentais, o grupo mais velho teve melhor desempenho. A promoção de atividades deve ser planejada com o objetivo de reduzir a carga física de trabalho das trabalhadoras mais velhas e de prevenir as doenças mais prevalentes entre todas as trabalhadoras.

  12. Social representations of work for hospital professionals Representações sociais do trabalho por profissionais de um hospital de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alex Silva Saraiva

    2007-06-01

    Full Text Available Social representations of work were identified and analyzed in a hospital in the state of Minas Gerais. In a qualitative approach, a case study was made and, while not using a probabilistic intentional sample, 21 professionals were interviewed with a semi-structured script about work. Although there are methodological limitations to inductive thought beginning with a case study, analysis of interviews revealed social representations of work for hospital workers, especially regarding management of work, professional vocation and job satisfaction and interpersonal and professional relationships between levels of hierarchy. We concluded that only after social representations of work are well understood by human beings can organizations offer more satisfactory and productive environments.Neste trabalho identificam-se e analisam-se as representações sociais do trabalho por profissionais da área hospitalar. Sob uma perspectiva qualitativa, um estudo de caso foi conduzido em um Hospital mineiro, no qual, mediante procedimentos amostrais não probabilísticos intencionais, foram entrevistados 21 profissionais por meio de um roteiro semi-estruturado de abordagem. Não obstante haver limitações metodológicas para raciocínios indutivos a partir de um estudo de caso, a análise das entrevistas demonstrou as representações sociais do trabalho por trabalhadores de hospitais, especialmente no que diz respeito a Vocação Profissional e Satisfação com o Trabalho, Relacionamentos Interpessoais e Profissionais entre Superiores e Subordinados Hierárquicos, e Gestão do Trabalho no hospital. Conclui-se que somente a partir da compreensão das representações sociais do trabalho pelo ser humano as organizações podem se tornar ambientes mais satisfatórios e produtivos.

  13. Acidentes de trabalho fatais e a qualidade das informações de seus registros em Uberaba, em Minas Gerais e no Brasil, 1997 a 2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Hemiko Iwamoto

    Full Text Available RESUMO OBJETIVO: caracterizar os acidentes de trabalho fatais e analisar a qualidade das informações de seus registros. MÉTODO: estudo ecológico com análise descritiva dos óbitos por acidentes de trabalho no Brasil, em Minas Gerais e no município de Uberaba, no período de 1997 a 2006. Utilizou-se como fonte de dados as informações do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM, do Ministério da Saúde, e o Sistema Único de Benefícios (SUB, do Ministério da Previdência e Assistência Social. RESULTADOS: as causas mais comuns de acidentes de trabalho fatais estão relacionadas com os acidentes de trajeto e atingem principalmente homens da faixa etária entre 25 e 44 anos. Constatou-se um elevado percentual de informação ignorada no campo direcionado à identificação da relação do óbito com o acidente de trabalho, alcançando, no período, média de 82,9% em nível nacional, de 84,5% no estadual e de 79,6% no municipal. Quanto à qualidade das informações do SIM, segundo os critérios propostos pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe, é considerada muito ruim para informar sobre acidentes de trabalho, sendo um fator limitante para o planejamento de ações no campo da saúde do trabalhador a partir desta fonte de dados. CONCLUSÃO: são necessárias, portanto, formas mais eficazes de registro das informações relacionadas aos acidentes de trabalho fatais.

  14. Educação ambiental e o conhecimento do trabalhador em saúde sobre situações de risco Environmental education and health workers' knowledge on risk situations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Maraninchi Alam

    2005-12-01

    Full Text Available Este texto trata da análise, no processo de trabalho em saúde, das características do conhecimento adquirido e produzido pelos trabalhadores, acerca da prevenção e controle de acidentes com materiais perfurocortantes e fluidos biológicos no ambiente hospitalar. Verifica a presença ou não de uma visão integrada de saúde entre trabalhador e instituição. Caracteriza-se como uma pesquisa quantitativa, com progressiva análise contextualizada e, portanto, com um enfoque qualitativo do problema, apoiada em conceitos de educação ambiental, trabalho e saúde. Um total de 130 trabalhadores, em dois Hospitais Universitários da Região Sul do extremo sul do Rio Grande do Sul, em setores de clínica médica, cirúrgica e de pronto atendimento. A análise dos dados foi realizada por meio do cruzamento dos ambientes institucionais e das categorias profissionais com variáveis que caracterizam o processo de trabalho. Entre os dois ambientes institucionais estudados, o Ambiente Institucional "B" apresentou um trabalho educativo, de prevenção e controle mais atuante do que no Ambiente Institucional "A" e, conseqüentemente, uma maior aderência de seus trabalhadores sobre a necessidade de trabalharem com mais segurança.This work intents to analyse, on the health-care work environment, the characteristics of the knowledge acquired and produced by the workers, about accidents prevention and control with cutting material and biological fluids in the hospital environment. It verifies the presence or not of an integrated vision of health between the worker and the institution. It can be described as a quantitative research, in combination with a progressive and contextualized analysis that, therefore, brings a qualitative approach of the problem, supported in concepts as ambiental education, work and health. A total of 130 workers, in two college hospitals situated on the extreme south of the South region of the Rio Grande do Sul, of medical pratice

  15. AVALIAÇÃO ERGONÔMICA DO TRABALHO EM ALTURA EM FACHADAS DE ESTRUTURAS VERTICAIS

    OpenAIRE

    Prado Stradioto, Juliano; Gonçalves Amaral, Fernando

    2016-01-01

    Resumo Na Construção Civil existe um grande número de situações envolvendo risco de vida e consequentemente problemas ergonômicos aos trabalhadores envolvidos, gerando uma variabilidade em todo processo de execução. Dentre todos os riscos conhecidos e estudados no ramo da Construção Predial, os serviços de execução de fachada encontra-se no topo da lista em termos de acidentes de trabalho e desconforto ergonômico a saúde do trabalhador. A NR-18 quando especifica os itens a serem cumpridos pel...

  16. Avaliação da postura de trabalhadores nas atividades de plantio e adubação em florestas plantadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaine Vosniak

    2011-10-01

    Full Text Available Objetivou-se, com este trabalho, realizar uma avaliação das posturas adotadas pelos trabalhadores, nas atividades de plantio e adubação, em florestas plantadas, na região do Norte Pioneiro, Estado do Paraná. A avaliação das posturas foi realizada por meio de fotografias, filmagens e análise das cargas manuseadas pelos trabalhadores, sendo os dados, submetidos à análise no programa "Winowas" de análises de posturas. A população estudada foi composta por 13 trabalhadores, sendo seis no plantio e sete na adubação. Os resultados da atividade geral de plantio indicaram que as posturas adotadas foram prejudiciais à saúde dos trabalhadores e classificadas na Categoria 3, necessitando-se da adoção de melhorias com relação à ergonomia. Na atividade de adubação, as posturas foram classificadas na Categoria 1 e 3, sendo necessária a adoção de melhorias, com relação à ergonomia, em curto prazo. Em ambas as atividades, os trabalhadores permaneceram, a maior parte da jornada de trabalho, com as costas curvadas e manuseando cargas acima do limite estabelecido, situação prejudicial à saúde.

  17. Escala de valores relativos ao trabalho : EVT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Porto Juliana Barreiros

    2003-01-01

    Full Text Available Na literatura internacional são encontradas várias escalas para medir valores relativos ao trabalho, porém a maioria apresenta problemas com relação à definição do conceito ou a falta de integração com os modelos teóricos sobre valores pessoais. No Brasil foram encontrados dois instrumentos, um não foi validado para a população brasileira e o outro foi validado para uma população de baixa escolaridade. Foi objetivo do presente estudo desenvolver e validar uma Escala de Valores relativos ao Trabalho. Para o desenvolvimento da EVT foi realizado um levantamento de instrumentos anteriores e foram entrevistados trabalhadores. Após a análise de juízes e validação semântica, o instrumento foi respondido por 394 pessoas. A análise fatorial apontou para quatro fatores: Realização no trabalho, Relações sociais, Prestígio e Estabilidade. O instrumento após validação é composto por 45 itens. Os resultados corroboraram o modelo teórico previsto e conclui-se que a escala foi devidamente estabelecida e pode ser utilizada para pesquisa e diagnóstico.

  18. Vivências de ser trabalhador na agroindústria avícola dos usuários da atenção à saúde mental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila de Fátima Machado

    Full Text Available RESUMO Neste estudo, propôs-se revelar as percepções de trabalhadores da agroindústria avícola, adoecidos mentalmente, sobre as repercussões do trabalho em sua saúde. Os dados das entrevistas foram agrupados em categorias: a organização do trabalho na agroindústria avícola, b mudança física e psicológica no trabalhador, c uso de drogas psicoativas para suportar o trabalho, d melhorar o nível escolar para produzir mais, e medo de ser demitido e falta de reconhecimento, f convivendo com preconceito da doença mental, g assédio sexual e moral. Os trabalhadores estão submetidos ao modelo de gestão que associa taylorismo, fordismo e toyotismo, o qual lhes compromete a saúde física e mental.

  19. PARTICIPAÇÃO EM COOPERATIVAS DE ASSENTAMENTOS RURAIS: ESTUDO SOBRE OS SENTIDOS DO TRABALHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thainara Granero de Melo

    2016-05-01

    Full Text Available Pesquisas de diferentes áreas têm constatado uma série de problemas no processo organizativo de empreendimentos autogestionários em assentamentos rurais da reforma agrária, entre eles, a dificuldade dos trabalhadores rurais de participarem ativamente dessas organizações. Para pensar sobre esse problema, o objetivo do estudo apresentado neste artigo foi o de investigar as forças psicossociais e os sentidos atribuídos ao trabalho por assentados da reforma agrária organizados em cooperativas, que podem explicar as formas de participação dos cooperados na gestão dessas organizações. Foi realizado um estudo de caso em uma cooperativa localizada no Assentamento Mário Lago, região administrativa de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo. A pesquisa qualitativa foi construída em três momentos: o levantamento teórico/bibliográfico/documental, as observações das reuniões da cooperativa e as entrevistas semiestruturadas com nove cooperados. A análise se deu pela triangulação entre as diferentes fontes de informações. Dos resultados, destaca-se que predominava a participação instrumental, produzida por uma conjunção de forças psicossociais que reforçavam as dependências econômicas e simbólicas do grupo. Por outro lado, a cooperativa cumpria a função de pertencimento para os sujeitos, mas sem ligação com a participação real na organização. Essas diferentes forças foram construídas na desproporcionalidade entre as vivências do cotidiano dos trabalhadores, as suas trajetórias de vida e o modo como o cooperativismo é institucionalizado e imputado aos sujeitos, tendo como pano de fundo a reafirmação de interesses hegemônicos no mundo rural.

  20. Análise da carga de trabalho de analistas de sistemas e dos distúrbios osteomusculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Maia de Guimarães

    Full Text Available OBJETIVOS: O objetivo desta pesquisa foi realizar avaliação das condições ergonômicas de analistas de sistemas, com a finalidade de conhecer os fatores geradores de sobrecargas físicas e cognitivas, suas repercussões sobre os trabalhadores e propor melhorias para a diminuição dessas sobrecargas. METODOLOGIA: Foram utilizados o método SHTM (sistema homem-tarefa-máquina de avaliação ergonômica; o diagrama de Corlett, para a avaliação do desconforto corporal; o questionário de avaliação do mobiliário; e o NASA-TLX, para a avaliação de carga mental de trabalho. RESULTADOS: Foram encontradas as prevalências de dor na coluna lombar (71% e na coluna cervical (64% dos entrevistados. Após a avaliação da carga mental de trabalho, foi observado que a demanda mental foi a mais exigida entre os analistas de sistemas e a média da carga global foi de 13,23. CONCLUSÃO: Pode-se concluir que a alta prevalência de dor musculoesquelética pode ser causada pela presença de mobiliário inadequado, pela adoção de posturas incorretas e pela alta exigência mental das atividades desenvolvidas.

  1. No baú de Augusto Mina: o micro e o global na história do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Espada Lima

    Full Text Available RESUMO Este artigo discute as relações entre a micro-história e o recente debate sobre a história global no campo dos estudos sobre o trabalho. O texto se desdobra em uma discussão historiográfica e uma análise empírica de um documento, o inventário judicial dos bens deixados por um africano livre de nome Augusto Mina, um marinheiro e trabalhador portuário, que morreu na cidade do Desterro, na Ilha de Santa Catarina, em 1861. O artigo discute o modo pelo qual a análise dos fatos que se conhece da vida de Augusto pode ilustrar as potencialidades e os limites de uma investigação histórica que tente integrar as sugestões teóricas e metodológicas da micro-história aos desafios intelectuais propostos pela história global do trabalho.

  2. Relação entre conflito trabalho-família e satisfação profissional : o papel moderador das diferenças inter-geracionais

    OpenAIRE

    Marques, Daniela Fernandes

    2014-01-01

    Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014 As transformações na estrutura das famílias e na composição da força de trabalho contribuíram para uma mudança nos papéis tradicionais, conduzindo ao aumento do número de indivíduos de ambos os sexos, que têm simultaneamente responsabilidades quer familiares, quer laborais. Dado que esta força de trabalho é actualmente constituída p...

  3. Responsabilidade Social Empresarial: oportunidades perdidas para trabalhadores e empregadoresCorporate Social Responsability: lost opportunities for workers and employersResponsabilidad Social Empresarial: las oportunidades perdidas por los trabajadores y empresarios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Paulo Barros Gonçalves

    2008-09-01

    Full Text Available RESUMOO objetivo deste artigo é verificar como a negociação coletiva entre trabalhadores e empregadores está refletindo o discurso da Responsabilidade Social Empresarial (RSE no tocante aos trabalhadores. O referencial teórico trata dos impactos das transformações no mundo do trabalho sobre os sindicatos de trabalhadores e de empregadores. Trata também do sindicalismo de empregadores, tema pouco explorado na literatura. A pesquisa qualitativa abrangeu três negociações coletivas que englobam, de um lado, três sindicatos de trabalhadores e, de outro lado, duas empresas e um sindicato de empregadores, dentre os mais atuantes das regiões metropolitanas do sudeste brasileiro. Foram utilizados como variáveis de análise os indicadores do Instituto Ethos que balizam os parâmetros de RSE na relação da empresa com os trabalhadores. Os resultados da pesquisa indicam que nem as empresas nem os sindicatos pesquisados relacionaram os temas reivindicados, negociados e/ou acordados com os indicadores Ethos de RSE. Muitas cláusulas se constituíam como indicadores de RSE de fato, mas não foram entendidas como tal pelos dois lados.ABSTRACTThe purpose of this article is to discuss how collective bargaining between employees and employers reflects Corporate Social Responsibility (CSR discourse regarding to employees. The theoretical framework discusses the changes in industrial relations, especially those related to workers unions and also to the employers organizations. We also analyze the employers’ organizations which is a rarely explored theme in literature. The qualitative research encompassed three collective negotiations among, on one hand three unions of workers and on the other hand two companies and one employer organization among the most actives in the metropolitan region of southeastern Brazil. The CSR indicators issued by Instituto Ethos were used as variables of analysis. The results show that neither the companies nor the

  4. Health-related quality of life and working conditions among nursing providers Calidad de vida asociada a la salud y condiciones de trabajo entre profesionales de enfermería Qualidade de vida associada a saúde e condições de trabalho entre profissionais de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Aparecida Silva

    2010-08-01

    enfermeros, técnicos y auxiliares de enfermería, predominantemente femenina (87,8% y que trabajaba en turnos diurnos y/o nocturnos. Los datos sociodemográficos, de condiciones de trabajo y de vida, hábitos de vida y síntomas de salud auto-referidos fueron obtenidos por medio de cuestionarios auto-aplicados: Resultados de Estudios de Salud-versión reducida, Escala de Estrés en el Trabajo y Desequilibrio Esfuerzo-Recompensa. Valores del coeficiente ³ 1,01 significan más esfuerzos que recompensas en el trabajo. Modelos de regresión logística ordinal de oportunidades proporcionales fueron ajustados para cada dimensión del SF-36. RESULTADOS: Aproximadamente 22% de la población fue clasificada como trabajando en condiciones de alto desgaste y 8% con más esfuerzos que recompensas en el trabajo. Las dimensiones con peores escores promedios en el SF-36 fueron vitalidad, dolor y salud mental. Alto desgaste en el trabajo, tener más esfuerzos que recompensas y ser enfermera se asociaron de manera independiente a los bajos escores de la dimensión de aspectos emocionales. Las dimensiones relacionadas con la salud mental fueron las que más sufrieron influencia de los factores psicosociales de trabajo. CONCLUSIONES: Tener más esfuerzos que recompensas mostró más asociación con la salud que el alto desgaste (altas demandas y bajo control. Los resultados indican que el análisis conjunto de los factores psicosociales de desequilibrio esfuerzo-recompensa y demanda-control contribuyó para la discusión sobre los roles profesionales, condiciones de trabajo y calidad de vida relacionada con la salud de profesionales de enfermería.OBJETIVO: Avaliar condições de trabalho associadas à qualidade de vida relacionada à saúde entre profissionais de enfermagem. MÉTODOS: Estudo transversal realizado em um hospital universitário de São Paulo, SP, em 2004-2005. A população estudada foi de 696 enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, predominantemente feminina (87

  5. A importância dos valores de vida e qualidade de vida no trabalho no compromisso afectivo à organização

    OpenAIRE

    Lourenço, Marta Isabel Fernandes

    2014-01-01

    O objetivo geral deste estudo é avaliar e compreender qual o efeito que as dimensões da Qualidade de Vida no Trabalho (Características do trabalho; Carreira: Formação, Promoção, Apoio, Reconhecimento e Componente Económica; Condições de trabalho; Relações de trabalho; Equilíbrio Trabalho-Família e Lazer) e os valores de vida (família e trabalho) têm no Compromisso Organizacional Afetivo. Para a realização deste estudo foi aplicado um questionário a 161 trabalhadores de uma e...

  6. Trabalhador com deficiência física: fragilidades e agravos autorreferidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora Ribas Leal

    2013-02-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo investigar fragilidades e agravos vivenciados por trabalhadores com deficiência física no seu ambiente de trabalho. Trata-se de um estudo de caso, de caráter descritivo, de abordagem qualitativa. Os dados foram coletados junto a oito trabalhadores com deficiência física e analisados mediante análise temática. A maioria dos sujeitos pesquisados refere ter encontrado dificuldades na busca do emprego e mencionam o preconceito e a acessibilidade como obstáculos. A maioria não identifica riscos para adoecimento no ambiente de trabalho. As pessoas com deficiência física devem ter conhecimentos acerca de seus direitos e sobre os riscos ocupacionais a que estão expostos, a fim de facilitar meios para a consolidação de uma sociedade cada vez mais inclusiva e promotora de ambiências saudáveis. Os profissionais de saúde devem fazer uma profunda reflexão a fim de que sejam colaboradores para a inclusão saudável de pessoas com deficiência em seus ambientes de trabalho.

  7. Significado e sentido do trabalho docente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Itacy Salgado Basso

    Full Text Available O estudo tem como objetivo a compreensão do trabalho docente como um aprofundamento teórico-metodológico orientador da atividade de formação acadêmica e continuada de professores. Discute-se a natureza do trabalho docente, sustentando a sua particularidade, caracterizada por uma certa autonomia e denotando a importância da formação do professor para o exercício da prática pedagógica. A interpretação do trabalho docente foi empreendida através das categorias significado - finalidade dessa atividade fixada socialmente - e sentido do trabalho realizado pelo professor. A ruptura entre significado e sentido torna seu trabalho alienado, comprometendo ou descaracterizando a atividade docente.

  8. Perfil socioeconômico de Trabalhadores Rurais portadores de neoplasia Socioeconomic profile of Rural Workers cancer sufferers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adrielle Chermont da Silva

    2016-07-01

    Full Text Available Objetivo: Traçar o perfil socioeconômico dos trabalhadores rurais portadores de neoplasia internados em um hospital universitário. Método: estudo do tipo descritivo com abordagem quantitativa, realizado entre agosto de 2013 a janeiro de 2014, através de busca nos prontuários e busca ativa por pacientes internados e que estivessem dentro dos critérios de inclusão. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva. Resultados: Foram entrevistados 59 trabalhadores rurais, advindos de diferentes municípios interioranos, que trabalhavam com variados tipos de cultivos agrícolas. Grande parcela dos entrevistados relatou fazer uso de agrotóxicos, não utilizando EPI. O tipo predominante de neoplasia encontrada foram as neoplasias do sistema digestório. Conclusões: o uso de agrotóxicos é uma realidade para os trabalhadores investigados, levando à exposição a riscos ocupacionais. Os trabalhadores da saúde necessitam implementar estratégias de atenção à saúde desses trabalhadores, no intuito de auxiliar na minimização dos riscos de exposição ocupacional aos agrotóxicos.

  9. Competitividade empresarial, gestão de pessoas e controle social: para pensar os dilemas da Qualidade de Vida no Trabalho (QVT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erika Barboza de Souza

    2015-07-01

    Full Text Available Atualmente, discutir temas como Qualidade de Vida no Trabalho (QVT no âmbito das organizações tem sido fundamental para enfrentar a concorrência acirrada no mundo dos negócios, com o intuito de tornar a vida dos trabalhadores menos fatigante e, consequentemente, alavancar a produtividade e a qualidade dos produtos e serviços da empresa. Por outro lado, alguns autores têm criticado fortemente esses programas, uma vez que acreditam tratar-se de uma “maquiagem” de controle dos indivíduos pelas empresas. Para eles, existe um conflito essencial entre o capital e os interesses dos indivíduos. Essa ideia remete a instrumentalização do indivíduo através do controle social sem a devida tomada de consciência. Nesse sentido, este artigo surge com o intuito de compreender as discussões existentes sobre QVT, relacionando a égide da valorização dos recursos humanos no atual contexto do mundo capitalista com os processos objetivos e subjetivos de precarização do trabalho. Essa reflexão se justifica na tentativa de despertar uma análise crítica sobre os programas de QVT, aspirando novas ponderações sobre planejamento, gestão e bem-estar do trabalhador. Dessa forma, é possível concluir que a ação de acabar com as práticas assistencialistas e implantar uma abordagem alternativa em QVT, de caráter sustentável, seria o caminho mais adequado para o equilíbrio das satisfações nas relações trabalhistas. Uma estratégia estrutural seria a criação de formas estáveis e padronizadas de relações de trabalho e de segurança no emprego, reduzindo, por mérito, o temor da instabilidade contratual e de renda, das responsabilidades laborais e da própria saúde ocupacional dos trabalhadores.

  10. Estado nutricional e práticas alimentares de trabalhadores acidentados Nutritional status and dietary practices of injured workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Angélica Tavares de Medeiros

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar o estado nutricional e as práticas alimentares de trabalhadores acidentados de Piracicaba, SP. MÉTODOS: Estudo transversal com 600 trabalhadores acidentados, atendidos em um dos 8 serviços especializados do município, entre maio e outubro de 2004. Foram caracterizados a situação socioeconômica, ocupacional, as práticas alimentares e o estado nutricional (peso, altura e circunferência de cintura, verificando médias e desvio-padrão. RESULTADOS: Os acidentados eram, fundamentalmente, homens (87,33%, operários (55,17%, com idade média de 33 anos. A maioria se inseria no mercado formal (84,17%, em turno diurno fixo (91,00%, e 55,33% possuía trabalho fixo. Aproximadamente a metade deles apresentou sobrepeso (28,26% ou obesidade (17,89%, sendo maior nos que referiam pouco esforço físico no trabalho (54,90%. Quase 1/3 dos trabalhadores tinha a circunferência da cintura aumentada, indicando risco cardiovascular. O benefício alimentação atendia a 85,33% dos entrevistados. Predominou, na rotina alimentar, a realização de duas grandes refeições, almoço (95,67% e jantar (94,83%; 24,16% não ingeriam o desjejum diariamente, e 37,50% consumiam alimentos entre as grandes refeições. O arroz e o feijão eram consumidos, diariamente, por 98,67%, as carnes por 90,33% e os farináceos por 81,50%. Os laticínios compunham a alimentação diária de 63,33% dos trabalhadores; 55,17% consumiam verduras e/ou legumes diariamente e 32,67%, frutas. Em contrapartida, 53,00% mencionaram consumo diário de doces e refrigerantes e 38,67% de frituras e salgadinhos. CONCLUSÃO: A alta prevalência de excesso de peso e os aspectos poucos saudáveis das práticas alimentares corroboram a tendência atual de aumento dessa doença, portanto, uma maior atenção a essas questões deve ser dada no tocante à vigilância à saúde dos trabalhadores.OBJECTIVE: To identify the nutritional status and dietary practices of injured workers of

  11. Anônimas da história: relações de trabalho e atuação política de sapateiras entre as décadas de 1950 e 1980 (Franca-SP)

    OpenAIRE

    Rezende, Vinícius Donizete de [UNESP

    2006-01-01

    A cidade de Franca tem na indústria calçadista sua principal atividade econômica, sendo um dos maiores centros produtores de calçados do país. A partir da década de 1950 ocorreu a intensificação do processo de industrialização do setor, com a implantação de modernas técnicas de produção, voltadas para o aumento da produtividade. Essas transformações acarretaram um significativo crescimento populacional, destacando-se a migração de mineiros, em grande parte ex-trabalhadores rurais. O parque in...

  12. Perfil antropométrico e a relação da flexibilidade com a dor e desconforto em trabalhadores da indústria de Santa Cruz do Sul – RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrik Nepomuceno

    2016-10-01

    Full Text Available Trabalhadores industriários estão expostos a diversas situações que podem agravar a sua saúde. A promoção da saúde no trabalho é de extrema importância e exige intervenção interdisciplinar. Objetivo: identificar o perfil antropométrico e a relação de flexibilidade com a presença de dor e desconforto em trabalhadores da indústria do município de Santa Cruz do Sul, RS. Método: Trata-se de um estudo transversal com trabalhadores industriários. Na avaliação antropométrica foram analisados índice de massa corporal e percentual de gordura, já para a flexibilidade foram realizados os testes do manguito rotador e sentar e alcançar. A dor e desconforto foi identificada através de uma figura do corpo humano onde eles referiam estes sintomas. Resultados: a maioria dos industriários apresentam excesso de peso (56,4% e bom percentual de gordura (49,2%, porém possuem resultados inadequados de flexibilidade de ombro (71,0% e parte posterior de tronco e pernas (64,6% e presença de dor e desconforto em ombros (50% e costas (26,6%. Ao relacionar a flexibilidade com a presença de dor e desconforto, percebe-se que as variáveis não se relacionam diretamente. Considerações finais: o perfil dos trabalhadores da indústria se caracteriza por excesso de peso, baixa aptidão na flexibilidade e presença de dor e desconforto. Sobre a dor e desconforto observa-se uma tendência de associação entre níveis de flexibilidade inadequada e a presença destes sintomas.

  13. Efeitos do trabalho sobre a saúde de adolescentes Effects of work on the health of adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frida Marina Fischer

    2003-01-01

    Full Text Available O estudo analisa conseqüências do trabalho para as condições de vida, saúde e desenvolvimento psicossocial de adolescentes. Participaram do estudo 354 estudantes de 14 a 18 anos, do ensino médio, período noturno. A análise das representações foi realizada a partir da coleta de evocações livres. Os dados sobre sono foram obtidos por meio de questionários, sobre auto-percepções acerca das condições de vida e trabalho, sintomas de saúde e doenças. A análise de dados foi realizada com o software EVOC 2000 e SPSS. Constataram-se diferenças significativas na duração média de sono entre os adolescentes: os trabalhadores relataram menores médias de duração de sono. Entre os trabalhadores, referiram dormir menos os que sentem sono no trabalho e nas aulas, têm maiores exigências psicológicas no trabalho, ganham acima de 1 salário mínimo mensal, jornadas acima de 6 horas diárias ou acima de 20 horas semanais, trabalham em local barulhento e com presença de gases e vapores. As representações do trabalho entre os jovens apontam contradição entre o seu reconhecimento como valor moral positivo para o desenvolvimento psicossocial e a construção da identidade, e as conseqüências negativas decorrentes da exposição a cargas físicas e psicológicas precocemente.This study evaluated life and work conditions and their impact on the health and psychological development of adolescents. A number of 354 high school students, 14 to 18 years old, studying during evening period took part in this study. Data were collected using free evocation technique and questionnaires. Data on sleep during the weekdays were obtained using questionnaires, filled out by students regarding life and work conditions, health symptoms and illness. Data were analyzed with software EVOC 2000 for the social representations, and T-Student, ANOVA, Mann-Whitney e Kruskal-Wallis tests were employed for analyze health and sleep conditions. Differences were

  14. A vivência dos trabalhadores de Enfermagem que sofreram acidente com fluido biológico: um olhar fenomenológico

    OpenAIRE

    Carolina Luiza Bernardes

    2014-01-01

    RESUMO A exposição ocupacional aos fluidos biológicos é inerente ao trabalho desempenhado pela equipe de enfermagem durante a realização da assistência, tornando o trabalhador susceptível a ocorrência de acidentes e exposto aos fluidos corporais que podem conter diferentes patógenos causadores de doenças como HIV, Hepatite B e C. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa que objetivou compreender a experiência do acidente com fluido biológico e da assistência prestada aos trabalhadores de...

  15. Ideologia gerencialista e subjetividade do trabalhador no terceiro setor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Ibraim Salimon

    2013-12-01

    Full Text Available Neste artigo, trata-se o impacto de reestruturações de cunho gerencialista sobre a subjetividade de trabalhadores em organizações ambientalistas do terceiro setor historicamente ligadas à benemerência, ao humanismo e à luta por direitos. O crescimento dessa população organizacional tem gerado competição por recursos, com a consequente busca por sistemas e modelos gerenciais que possam viabilizar a sobrevivência de cada organização via vantagens comparativas associadas à eficácia, à eficiência, à efetividade e ao posicionamento de marca. Nesse contexto, percebe-se uma crescente adoção de modelos importados do segundo setor - privado de interesse privado. Elementos característicos do gerencialismo, tais como intensificação e aceleração do trabalho, precarização das relações trabalhistas e primazia do determinismo econômico, são também assimilados no processo. Investe-se no culto à excelência e na mobilização psíquica do sujeito como formas de se enquadrar a pessoa como ativo estratégico da organização. As práticas decorrentes chocam-se com os valores humanistas geralmente vigentes no terceiro setor, causando conflitos de racionalidade e intrapsíquicos. Desenvolveu-se pesquisa qualitativa e exploratória, baseada em entrevistas com profissionais de quatro organizações ambientais de relevo no País, para fazer emergir, por meio da análise do discurso, a percepção dos sujeitos sobre o fenômeno em questão. Os resultados mostram que a ideologia gerencialista foi, pelo menos nos casos estudados, assimilada pelo trabalhador, que as relações de trabalho estão se precarizando em nome da rentabilidade financeira dos investimentos na organização, que as estratégias de defesa e adesão implicam sofrimento subjetivo e que o terceiro setor se distancia crescentemente de sua identidade histórica de esfera de agenciamento marcada por uma racionalidade substantiva.

  16. Acidentes de trabalho com exposição a material biológico entre os profissionais de Enfermagem Accidentes de trabajo con exposición a material biológico entre profesionales de enfermería Occupational accidents with exposure to human tissue in nursing professionals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Moura de Araújo

    2012-07-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve por objetivo identificar os tipos de acidentes, dentre os trabalhadores, com material biológico; levantar o perfil dos acidentados; definir o tipo de exposição e especificar as circunstâncias em que ocorreram os acidentes. Trata-se de pesquisa documental, retrospectiva de caráter descritivo. A coleta dos dados foi realizada através da utilização da ficha do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN em um hospital de referência em doenças infecciosas do Ceará, no total de 777 fichas. Os resultados mostram que 94,7% eram do sexo feminino; 57,5%, auxiliares de enfermagem,; 88% foram por exposição percutânea, onde 70,1% foram causados por agulha com lúmen, sendo 87,3% deles com exposição ao sangue; 13,7% ocorreram pela circunstância do descarte inadequado de material perfurocortante em bancada, cama etc. Concluímos que uma maior atenção deva ser direcionada para a prevenção desses acidentes, bem como ao rigor do seguimento pós-exposição ocupacional.Esta investigación tuvo por objetivo identificar los tipos de accidentes entre trabajadores con material biológico identificar el perfil de los accidentados, definir el tipo de exposición, y especificar las circunstancias en las que ocurrieron los accidentes. Se trata de una investigación documental, retrospectiva y de corte descriptivo. La recolección de datos se realizó utilizando una ficha del “Sistema de Información de Incidentes Notificados” (SINAN en un hospital de referencia para las enfermedades infecciosas en Ceará, sumando un total de 777 fichas. Los resultados muestran que el 94,7% eran mujeres, el 57,5% auxiliares de enfermería, el 88% ocurrió por exposición percutánea, del cual el 70,1% fue causado por la aguja con lumen, siendo que el 87,3% se dio por exposición a la sangre, el 13,7% de debieron a circunstancias de un desecho inadecuado de material perfurocortante sobre una encimera,cama, etc. Llegamos a la

  17. Produção Offshore na Bacia de Campos (RJ: a perspectiva da Psicologia do Trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre de Carvalho Castro

    2013-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é examinar a dinâmica psicológica dos trabalhadores offshore da Bacia de Campos (RJ. A técnica de grupo focal, enquanto metodologia de base qualitativa, foi utilizada para explorar opiniões, percepções, conceitos, atitudes e valores dos petroleiros. Seis grupos focais consistiram no procedimento metodológico por meio do qual foram colhidas informações sobre as condições de trabalho embarcado. RESULTADOS: A análise do processo de trabalho em plataformas marítimas, com sua variabilidade e dificuldade, segundo a perspectiva da Psicologia do Trabalho, evidenciou que o tempo de trabalho, a vida e os ganhos dos trabalhadores são ambíguos, assimétricos e dissociados.

  18. Apoio matricial em saúde do trabalhador: tecendo redes na atenção básica do SUS, o caso de Amparo/ SP Matricial support in workers' health: creating networks in primary care in the Unified Health System (SUS, the case of Amparo in the state of São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Lopes dos Santos

    2012-05-01

    Full Text Available O Centro de Referência de Saúde do Trabalhador de Amparo/SP desenvolve ações voltadas para a saúde dos trabalhadores na atenção básica (AB. A fim de compreender esse processo, pesquisamos o Apoio Matricial (AM em Saúde do Trabalhador (ST, sua trajetória dificuldades e potencialidades, mediante abordagem qualitativa de estudo de caso. As principais ações de AM são reuniões temáticas, apoio às demandas e produção de informativos. A troca de conhecimentos e experiências propicia maior vínculo entre os profissionais. O apoio técnico horizontal promove a reorganização do trabalho em saúde, corresponsabilização dos casos, um novo olhar sobre o adoecimento, integrando ações de assistência e vigilância. A sobrecarga de trabalho, a rotatividade dos profissionais, a subnotificação dos Acidentes e Doenças Relacionadas ao Trabalho e a organização regional são desafios enfrentados. O AM em ST é estratégico para a inserção de tais ações na AB e um passo à frente para a reorientação do modelo médico-assistencial, com a introdução da relação trabalho-saúde na saúde da família.The Reference Center in Workers' Health of Amparo in the State of São Paulo promotes actions directed to workers' health in primary care. In order to understand the process, we conducted research in Matricial Support in Workers' Health, its trajectory, difficulties and potential, using a qualitative case study approach. The main matricial support activities are thematic meetings, informative bulletins and systematic support. The exchange of knowledge and experience leads to a closer bond between the professionals. Horizontal technical support brings about a reorganization of work in health, mutual responsibility for cases and a new outlook on illness by integrating assistance and surveillance actions. An excess workload, rotation of health professionals, undernotification of Work-Related Accidents and Diseases and regional organization

  19. Assédio moral no trabalho: práticas extensionistas de prevenção e intervenção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Soares Nunes

    2014-11-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1807-0221.2014v11n18p4 As políticas organizacionais de prevenção ao assédio moral são quase incipientes e raras e, muitas vezes, ficam apenas na prescrição legal devido à falta de conhecimento e/ou desinteresse em sua aplicação. Diante desta perspectiva, com objetivo de promover ações preventivas e de combate ao assédio moral junto às instituições, empresários, trabalhadores e membros da sociedade civil, de modo a promover a saúde do trabalhador, este trabalho é um relato de experiência que visa apresentar e descrever as ações de um projeto de extensão desenvolvido no Programa de Extensão Universitário (ProExt entre 2011 e 2012. As ações mais representativas foram a realização do II Seminário Catarinense de Prevenção ao Assédio Moral no Trabalho; a construção de uma cartilha informativa e de um site sobre assédio moral com o objetivo de divulgar informações sobre o fenômeno; e o atendimento em grupo a assediados moralmente. Por fim, compreende-se que a divulgação das ações e os resultados alcançados pelo Projeto são importantes tanto cientificamente quanto socialmente, pois a informação é um instrumento para prevenir e combater a violência, bem como o conhecimento dessas medidas pode auxiliar na aplicação das mesmas em outros contextos.

  20. PROJETO ELABORAR: UMA EXPERIÊNCIA DE INTERVENÇÃO JUNTO A TRABALHADORES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Pablo Huascar Aragão Pinheiro

    2014-02-01

    Full Text Available O artigo relata uma experiência de intervenção realizada no Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Ceará. Fundamentada na Clínica da Atividade, caracteriza-se como uma ação de promoção à saúde, conforme a Política de Atenção à Saúde e Segurança do Trabalho do Servidor Público Federal. Participaram servidores técnico-administrativos que atuavam como secretários de cursos de graduação, pós-graduação, departamentos acadêmicos e com os docentes que chefiavam tais setores. A intervenção compreendeu três etapas:construção de análises e propostas de transformação, elaboração de um plano de ação e acompanhamento da implementação deste planejamento. Considerando a metodologia histórico-desenvolvimentista, foram utilizados a instrução ao sósia e a Escala de Avaliação do Contexto de Trabalho. Os trabalhadores identificaram problemáticas como: falhas na prescrição das atividades, dificuldades na relação com os colegas e com as chefias e debilidades nas condições de trabalho. Foram construídas propostas de transformação dos contextos laborais, assim como foi delineado um planejamento para sua execução. Concluiu-se que éimprescindível a criação de espaços de diálogo entre os servidores e a ampliação da interlocução destes com suas chefias imediatas, bem como um maior cuidado com a atualização das formas de prescrição e com a circulação de informações dentro da instituição.

  1. O Papel da epidemiologia no planejamento das ações de saúde bucal do trabalhador Epidemiology role in worker oral health actions planning

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Frederico de Almeida

    2005-12-01

    Full Text Available Este é um estudo de revisão que sistematiza achados de pesquisas sobre exposições ocupacionais e seus efeitos na saúde bucal, destacando a importância dos dados epidemiológicos no planejamento de programas de saúde bucal do trabalhador. Existem relatos de associação potencial entre exposições ocupacionais e alterações bucais; entretanto, são escassos os estudos sobre as condições de saúde bucal dos trabalhadores em países em desenvolvimento como o Brasil. Entre as exposições ocupacionais presentes na literatura odontológica, observa-se uma predominância de estudos sobre substâncias ácidas e também exposições relacionadas com o açúcar, como a poeira de açúcar. As alterações bucais podem manifestar-se tanto nos tecidos duros (cárie, erosão dental, etc. como nos tecidos moles (lesões da mucosa oral, doenças periodontais, etc. Por outro lado, observa-se que os programas de saúde bucal do trabalhador, quando existem, muitas vezes não consideram as especificidades dessa parcela da população que, além de exposta aos fatores de risco mais conhecidos das principais doenças bucais, está submetida a outros fatores relacionados ao ambiente de trabalho. Assim, considera-se relevante a discussão sobre a necessidade de maior produção de conhecimento nessa área, de capacitação de recursos humanos e de implementação de programas mais efetivos, baseados nos princípios da vigilância em saúde do trabalhador.This study is a review of published research findings in occupational exposures and their impact on oral health, emphasizing the relevance of epidemiological studies in the planning of workers' oral health programs. There are some studies reporting potential association between occupational exposures and oral diseases; nevertheless, there are few studies concerning workers oral health conditions in developing countries, as Brazil. In current dental literature related to occupational exposures, there are

  2. O ensino libertário e a relação entre trabalho e educação: algumas reflexões Libertarian teaching and the relationship between labor and education: some reflections

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Sylvia Vidigal Moraes

    2012-12-01

    Full Text Available Um dos principais desafios nos estudos a respeito da pedagogia escolar anarquista consiste, precisamente, em apreender os conteúdos de ensino. Com essa preocupação, este texto tem triplo objetivo: analisar a proposta educativa da instituição a cargo do professor libertário João Penteado, em São Paulo, nas primeiras décadas do século XX; indicar aspectos considerados relevantes relacionados à concepção de educação integral e à forma como o trabalho está presente na organização do ensino; e, por fim, apresentar alguns apontamentos de pesquisa que possam contribuir para sua continuidade e seu aprofundamento. Optou-se por abarcar período relativo a dois momentos de existência da escola dirigida por João Penteado - a Escola Moderna Nº 1 (1912-1919 e a Escola Nova (1920-1923. Entende-se que a cronologia definida consegue abranger a pluralidade de práticas escolares necessárias aos propósitos da análise. A documentação utilizada limita-se basicamente a jornais e demais fontes produzidas e/ou acumuladas nos diferentes períodos de existência da(s escola(s, em particular, os jornais Boletim da Escola Moderna, Boletim da Escola Nova, Boletim da Academia Saldanha Marinho, O Início, O Iris. No estudo do primeiro período, que coincide com o da Escola Moderna, são também utilizadas notícias publicadas por alguns jornais da imprensa operária e anarquista, como A Lanterna, A Vida e O Amigo do Povo, entre outros.One of the major challenges in the studies on anarchist school pedagogy consists precisely of apprehending the contents of teaching. Assuming that concern, this text has three-fold objective: to analyze the educational proposal of the institution that libertarian teacher João Penteado was in charge of, in the city of São Paulo, in the first decades of the 20th century; to indicate significant aspects of the concept of integral education and the way labor is present in the organization of teaching; and, finally, to

  3. Entre aves, carnes e embalagens: divisão sexual e sentidos do trabalho em abatedouro avícola Among poultry, meat and packaging: sexual division and meanings of work in a poultry slaughterhouse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laila Priscila Graf

    2012-12-01

    Full Text Available Este artigo apresenta uma investigação sobre o trabalho de mulheres atuantes em um abatedouro avícola em Santa Catarina, Brasil. As concepções teóricas da divisão sexual do trabalho e da produção de sentidos pela psicologia do construcionismo social nortearam as análises. O conceito de trabalho foi compreendido a partir de uma dupla dimensão: como concreto (produtor de coisas úteis e abstrato (produtor de mercadorias. Com base na estratégia investigativa do estudo de caso, foi desenvolvida uma pesquisa de campo, com dois procedimentos principais: observações e oito entrevistas com trabalhadoras. Os resultados geraram duas grandes categorias temáticas, uma delas é apresentada aqui. Trata-se da divisão sexual do trabalho identificada tanto no âmbito produtivo como no doméstico. Os resultados, por meio da articulação analítica dos sentidos e da divisão sexual do trabalho, expuseram as relações assimétricas no trabalho na indústria de carne avícola e, consequentemente, no ambiente familiar.This article informs the results of a research which focus on the women's work at a small poultry slaughterhouse, in Santa Catarina State, Brazil. . The sexual division of labor and the meanings of work were supported by the social constructionism. The concept of work was understood from a double dimension: as concrete work (producing useful things and as abstract work (producing goods. Based on a case study, a qualitative approach was developed through observation and eight interviews with women workers. Based on the analytic articulation of meanings and sexual division of labor theories, the results showed the asymmetric relations at work in the poultry industry and also in the domestic place.

  4. Adição ao trabalho e relação com fatores de risco sociodemográficos, laborais e psicossociais Workaholism and relationship with sociodemographic, work and psychosocial risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mary Sandra Carlotto

    2011-04-01

    Full Text Available O estudo buscou identificar a prevalência e os fatores de risco sociodemográficos, laborais e psicossociais da adição ao trabalho em 471 trabalhadores de Porto Alegre e região metropolitana. Como instrumento, foi utilizado o "Dutch Work Addiction Scale" (DUWAS, versão reduzida. A escala avalia a adição ao trabalho em suas duas dimensões, o trabalho compulsivo e trabalho excessivo. Os resultados revelam que, dentre as variáveis sociodemográficas, somente a variável sexo assinalou diferença significativa, tendo as mulheres apresentado índices mais elevados em trabalho excessivo. Quanto às variáveis laborais, verificou-se associação positiva entre trabalho excessivo e carga horária contratual, e trabalho excessivo e carga horária efetivamente realizada. Houve associação negativa entre trabalho excessivo e percepção de estar saudável. O trabalho compulsivo se associou negativamente ao tempo de exercício profissional e de trabalho na empresa atual, bem como à percepção de estar saudável e à satisfação com a vida em geral.The goal of this study is to identify sociodemographic, laboral and psychosocial risk factors of workaholism in 471 workers in Porto Alegre and metropolitan area. The instrument used was the reduced version of the Dutch Work Addiction Scale (DUWAS. The scale assesses workaholism in its two dimensions, excessive work and compulsive work. The results showed that from the sociodemographic variables, only the gender variable showed a significant difference, where women had higher rates of excessive work. As for the labor variables, excessive work had a positive association with contractual working hours and with working hours that were effectively carried out; and a negative association with the perception of being healthy. Compulsive work was negatively correlated to the time of professional practice and of work in the current company, to the perception of being healthy, and to satisfaction with life in

  5. Variação anual dos débitos expiratórios em trabalhadores da indústria têxtil. Relação com a exposição a endotoxinas bacterianas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Torres da Costa

    1998-05-01

    Full Text Available RESUMO: Os trabalhadores da industría textil estāo expostos. puluentes ocupacionais que frequentemente são causa de doençã respiratória. Entre as patologias descritas, a bissinose, a tosse crónica e a asma são as mais comuns. parecendo a sua lncidência depender dos nivels de empoeiramento e endotoxinas a que os trabalhadores estão expostos.Neste estudo foi nosso objectivo avaliar a relação entre as caracteristicas do local de trabalho (empoeiramento e endotoxinas com a variaçã do VEMS, anual e ao longo do turno de trabalho, e a hiperreactrividade brônquica inespecifica (HRB.Assim, avaliámos 417 trabalhadores têxteis, 231 (fiação e 186 (tecelagem. Os trabalhadores da fiação estavam expostos a 0,68 mg/m3 de empoeiramento, e 14.2 ng/m3 de endotoxinas. Na tecelagem os trabalhadores estavam expostos a um empoeiramento de 0,42 mg/m3 não se tendo encontrado niveis mensuráveis de endotoxinas. Para os trabalhadores da fiação, os níveis de endotoxinal estavam relacionados com a HRB (r=0,32 p0001. The endotoxine levels were also superior among the workers who presented FEV1 variations through the shift≥5% or>200 ml (25.6±19.4 ng/m3 /6.8+0.7 ng/m3 p<0,0001. Dust levels were not related with BHR nor to the variation of FEVI during the shift.The annual FEV1 variation was studied for 3 years (D-FEV1 year, was higher in the spinning workers (-50.2±34 ml/-32.0±12 ml p<0.00001, and was related to endotoxine levels (r=0.48 p<0.001 and with BHR (r=-0.72 p<0.001. There was no relation with dust level. The workers who presented a positive FEV1 variation during the shift, also presented a higher D-FEV1 year, (-75.5±32.7 ml/-34.3±25.1 ml p<0.001.Among the spinning workers, 28.2% have respiratory symptoms. Byssinose was found in 7.7% and asthma in 13.4%, and among them the asthmatics have higher BHR (5.7±7.3 mg/ml/10.5±7.3 mg/ml p<0

  6. Mapeamento da produção científica e participação dos autores nos anais do ENANCIB: uma análise a partir da correlação entre as redes de coautoria e redes de participação nos grupos de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dalton Lopes Martins

    2014-03-01

    Full Text Available Os eventos científicos são importantes espaços de articulação dos pesquisadores em suas áreas do conhecimento. Relações sociais de coautoria na produção científica e participação em determinados grupos de trabalho na apresentação oral e divulgação em painéis representam tipos de relação que podemos modelar como redes sociais e analisar seus padrões em busca de entender como uma comunidade científica se articula. O presente trabalho analisa os anais do Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (ENANCIB, propondo um estudo de análise de redes que integre o mapeamento dos principais padrões das redes de coautoria e participação de pesquisadores em grupos de trabalho. Utilizamos a análise de redes sociais e a correlação de indicadores de centralidade com os dados descritivos dos anais para identificar possíveis características e eventos geradores dessas redes. Resultados apontam que a articulação entre pesquisadores se dá mais em âmbito local em seus componente de rede do que no âmbito de seus pares presentes nos grupos de trabalho por onde circulam.

  7. Sobrecarga de trabalho e adoecimento no Polo Industrial de Manaus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gerusa Menezes de Carvalho

    2011-12-01

    Full Text Available O avanço de doenças como LER/DORT traz como imperativo analisar asnovas formas de organização de trabalho e sua relação com o adoecimento. A pesquisa que fundamenta este artigo buscou compreender o processo de adoecimento no trabalho no Polo Industrial de Manaus (PIM, partindo da fundamentação teórica da Psicodinâmica do Trabalho, que estuda os processos intersubjetivos mobilizados no trabalhar e os destinos possíveis do sofrimento. Utilizou-se a metodologia qualitativa, tendo como instrumento de coleta de dados uma entrevista individual semiestruturada. Participaram cinco trabalhadores de indústrias do PIM, afastados por doença, membros de uma associação para lesionados no trabalho. Os resultados indicam que a organização de trabalho no PIM é marcada por sobrecarga, pressão e outros elementos patogênicos, relacionados às novas formas de gestão, associadas ao modo de acumulação flexível do capital, que contribuem para o agravamento do sofrimento e para a proliferação das novas patologias sociais do trabalho.

  8. O impacto dos efeitos da ocupação sobre a saúde de trabalhadores: II - Mortalidade The impact of occupation on worker's health: II - Mortality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    René Mendes

    1988-10-01

    Full Text Available Foi realizada revisão bibliográfica analítica com o objetivo de quantificar o impacto dos efeitos da ocupação sobre a mortalidade de trabalhadores em suas implicações sobre o setor saúde. As repercussões sobre a mortalidade de trabalhadores são medidas através das mortes diretamente relacionadas com o trabalho (acidentes do trabalho fatais e intoxicações fatais e das indiretamente relacionadas. Partindo das grandes causas de morte entre adultos - doenças cardiovasculares, câncer e mortes violentas - e explorando as informações obtidas em estudos epidemiológicos realizados em outros países, estimou-se a força da contribuição da ocupação sobre a mortalidade. O peso e a complexidade das repercussões sobre o setor saúde pressupõem um desempenho mais ativo na definição de políticas e responsabilidades, e na organização de ações destinadas a identificar, reduzir ou eliminar a participação dos riscos ocupacionais nas grandes causas de doença e morte.An attempt to estimate the impact of occupation on worker's health was made as part of the rationale for the progressive integration of Occupational Health into the Health Sector. In this second study, based on a critical review of the literature, the repercussions on mortality are discussed on this basis analysis of the Brazilian data on deaths directly related to occupation (fatal occupational accidents and acute poisonings, as well as on those indirectly so related. The analysis of the major causes of adult deaths - cardiovascular diseases, cancer and violent deaths - compared with the proportion of "work-relatedness" according to several epidemiologic studies carried out in developed countries, make possible an estimation of the influence of the contribution of occupation on mortality. The size of this contribution is the main argument for an active involvement of the health sector in Occupational Health issues, because of the heavy toll in terms of adult morbidity

  9. A Igreja Católica e os Movimentos Sociais do Campo: a Teologia da Libertação e o Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Julio Menezes Neto

    Full Text Available O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST do Brasil tem origem vinculada às ações das Igrejas, principalmente da Igreja Católica, em sua vertente denominada Teologia da Libertação. Esse movimento teológico sempre esteve muito próximo das análises sociais socialistas, utilizando, muitas vezes, um referencial marxista. As relações da Igreja Católica com os movimentos sociais do campo foram muito presentes no Brasil, e este trabalho apresenta as relações sociais, políticas e teológicas presentes no MST, já que, desde as primeiras ocupações de terra realizadas por componentes do Movimento, a presença da Igreja Católica é constante. Assim, com foco na relação entre Igreja e MST, este artigo analisa como as mudanças políticas, com a crise do socialismo e o avanço do conservadorismo, impactam as ações do Movimento dos Sem Terra.

  10. OCORRÊNCIA DE Rhipicephalus sanguineus EM TRABALHADORES DE CLÍNICAS VETERINÁRIAS E CANIS, NO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA, GO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia Miranda Ferreira Borges

    2006-10-01

    Full Text Available Rhipicephalus sanguineus é um parasito natural de cães que eventualmente pode parasitar outros hospedeiros, entre eles o homem. Para humanos, este carrapato é vetor do agente da febre botonosa (Rickettsia conori na Europa e vetor potencial no Brasil dos agentes da febre maculosa (Rickettsia rickettsii e da borreliose Lyme símile (Borrelia sp.. Considerando a importância deste carrapato, desenvolveu-se este trabalho com o objetivo de avaliar a sua ocorrência em humanos no Brasil, uma vez que não se conhecem outros relatos. A presença de carrapatos foi avaliada em 46 trabalhadores de ambos os sexos (25 mulheres e21 homens, de oito clínicas e três canis, por meio de questionário e da identificação dos carrapatos encontrados. Do total de pessoas avaliadas, 68% das mulheres e 71% dos homens relataram já ter encontrado carrapatos andando ou fixados, após contato com cães. Foram colhidos três larvas, uma ninfa e quatro adultos (três machos e uma fêmea sendo todos identificados como da espécie R. sanguineus. Desta forma este é o primeiro relato do parasitismo de humanos por este carrapato no Brasil. PALAVRAS-CHAVE: Carrapatos de cão, humanos, Brasil.

  11. O PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO DE TRABALHADORES DO SUS: REFLEXÕES A PARTIR DA EXPERIÊNCIA DA ETSUS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Cristina Godoy Siqueira

    Full Text Available Resumo Apresenta-se neste texto os resultados de uma pesquisa cujo objetivo foi avaliar o desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem, sustentado por metodologia participativa problematizadora, na perspectiva de professores e alunos da Escola Tocantinense do Sistema Único de Saúde Dr. Gismar Gomes para formação de trabalhadores desse sistema e para os que buscam o ingresso neste mercado de trabalho. Optamos pelo ‘itinerário de pesquisa’ do educador Paulo Freire, adotando os ‘círculos de cultura’ como contexto de coleta de dados, com três etapas: construção dos temas geradores; codificação e decodificação dos temas; e desvelamento crítico. Foram identificadas as temáticas: problematização como opção metodológica; aplicação da me-todologia problematizadora; desafios do processo de ensino-aprendizagem; e fatores que o dificultam ou facilitam o processo de ensino-aprendizagem. Este processo possibilitou maior aproximação entre os diversos participantes e permitiu problematizar aspectos do processo de ensino-aprendizagem da escola, favorecendo melhor compreensão desta realidade, permitindo recontextualizá-la com novas possibilidades, avanços e meios de superação.

  12. Perfil dos acidentes de trabalho em refinaria de petróleo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Vaz de Souza

    2002-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: O trabalho em refinarias de petróleo envolve o risco de acidentes triviais e ampliados. Os dados nacionais apontam para a relevância dos acidentes nesse setor. Assim, realizou-se pesquisa com o objetivo de identificar o perfil e avaliar a adequação dos instrumentos de registro dos acidentes de trabalho em refinaria. MÉTODOS: Foram padronizadas e analisadas informações referentes aos acidentes de trabalho nas atividades de produção e manutenção registradas em uma refinaria de petróleo do Estado do Rio de Janeiro, no ano de 1997. A população estudada constituiu-se de 153 pessoas, sendo 83 trabalhadores próprios lesionados e 69 trabalhadores terceirizados lesionados. As variáveis analisadas foram: tipo de acidente, modo de operação e função do trabalhador lesionado. RESULTADOS: Em relação aos trabalhadores próprios, houve predominância dos chamados acidentes triviais (54,2% e quanto ao modo de operação, houve concentração dos acidentes nas atividades em operação normal (62,9%. Quanto aos trabalhadores terceirizados, os acidentes triviais (75,5% tiveram predominância mais acentuada; e quanto ao modo de operação, houve um domínio quase total dos acidentes na atividade de manutenção (96,8%. CONCLUSÕES: Os resultados mostraram um perfil de acidentes que afeta principalmente os níveis hierárquicos mais baixos, concentrando-se de modo geral nas atividades de manutenção, além da necessidade de modificações no sistema de registro e investigação de acidentes por parte da empresa.

  13. Política de prevenção de acidentes na construção civil: Uma análise das práticas da inspeção do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Colares Nascimento

    2018-03-01

    Full Text Available Este estudo avalia a política do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE para reduzir a incidência de acidentes de trabalho típicos registrados na construção civil do município de São Paulo, entre 2002 e 2011. A partir dos dados contidos no Sistema Federal de Inspeção do Trabalho (SFIT, analisam-se as ações dos auditores-fiscais do trabalho em reduzir a reincidência do desrespeito à saúde e à segurança dos trabalhadores por parte dos empregadores, nos canteiros de obra, comparando-se, ao cabo, os resultados de duas práticas: a conciliadora e a penalização ao comportamento ilegal do infrator. Se tais ações contribuíram para reduzir a persistência dos empregadores nas práticas geradoras da maioria absoluta acidentes de trabalho, especialmente entre 2002 e 2009, de forma concreta, as fiscalizações com autos de infração mostraram-se mais efetivas. Por conseguinte, discute-se a alternativa de aplicá-los face à tese da pedagogia de conciliação como estímulo institucional da inspeção ao empregador, considerando-se que os resultados estatísticos obtidos para um período de dez anos sugerem a pertinência de se coibir ao tempo e à hora o comportamento impune.

  14. Os fios da memória: fábrica Rheingantz entre passado, presente e patrimônio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Leticia Mazzucchi Ferreira

    2013-06-01

    Full Text Available Este artigo pretende discutir as dimensões que assumem as noções de trabalho, memória e patrimônio nas narrativas de antigos trabalhadores da Fábrica Rheingantz, localizada em Rio Grande (RS. Essa fábrica, fundada no final do século XIX, foi uma das bases sobre a qual se articulou a economia e urbanização dessa cidade, constituindo-se em referência e marco simbólico da Rio Grande moderna. Os remanescentes do complexo fabril figuram hoje como restos de passado num presente tensionado entre as reivindicações patrimoniais e a lógica do mercado imobiliário numa cidade que vivencia um novo ciclo de crescimento econômico.

  15. METAS DE PRODUÇÃO PARA TRABALHADORES DE CORTE FLORESTAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amaury Paulo de Souza

    2015-08-01

    Full Text Available RESUMOA quantidade de produção por pessoa por turno de trabalho pode ser questionada pelo empregado, pelo empregador e pelos sindicatos, instituições governamentais e certificadoras. No setor florestal, o processo de determinar metas de produção, em geral, não leva em conta os fatores ergonômicos. O objetivo deste trabalho foi determinar metas de produção para atividade de corte florestal com motosserra (abate e traçamento de árvores, levando em consideração os fatores ergonômicos relacionados à atividade, como forma de prevenir danos à saúde dos trabalhadores. Os fatores ergonômicos foram avaliados utilizando a metodologia de análise ergonômica validada no meio científico. A organização do trabalho foi avaliada segundo a metodologia de análise de sistemas e estudos de tempos. Os resultados indicaram que o nível de vibração total (eixos X, Y e Z, o ambiente térmico expresso pelo Índice de Bulbo Úmido-Termômetro de Globo (IBUTG, o nível de ruído e a carga cardiovascular foram superiores aos limites recomendados para jornada de 8 h de trabalho. Os movimentos realizados pelos trabalhadores não foram enquadrados como repetitivos. As forças de compressão no disco L5-S1 da coluna vertebral foram próximas ou superiores ao limite. Com exceção do fator repetitividade, todos os fatores exigiram pausas de recuperação, sendo o nível de vibração da máquina o fator com maior exigência de tempo de pausas. A necessidade de aumentar o tempo de pausa ergonômica e diminuir o tempo de trabalho efetivo fez que a meta de produção fosse reduzida em 18%, para evitar danos à saúde do trabalhador.

  16. Trabalho em turnos: estado geral de saúde relacionado ao sono em trabalhadores de enfermagem Trabajo por turnos: estado general de salud relacionado al sueño de trabajadores de enfermería Shift work: overall health state related to sleep in nursing workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Soares Mendes

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar os sintomas referentes ao estado geral de saúde associado ao trabalho em turnos de enfermagem e relacioná-los com a qualidade do sono. O estudo foi realizado no Hospital da Irmandade da Santa Casa de Poços de Caldas, Minas Gerais. Participaram 136 profissionais de enfermagem, com média de idade de 33,1 anos, divididos nas seguintes categorias: enfermeiro (8,1%; técnico de enfermagem (80,9%; auxiliar de enfermagem dos turnos diurno e noturno (11%. Os sintomas de saúde foram identificados a partir do Inventário de Estado Geral de Saúde, e a qualidade do sono foi avaliada pelo Diário do Sono. Os dados foram estatisticamente significativos pelo Teste Qui-Quadrado (p=0,021 para a presença do sintoma de flatulência ou distensão abdominal no turno noturno. Constatou-se com a análise de regressão linear múltipla que os sujeitos do turno diurno que apresentaram os sintomas de má digestão (às vezes ou sempre e irritabilidade (sempre tiveram pior qualidade de sono noturno.Se objetivó identificar síntomas referentes al estado general de salud asociado al trabajo por turnos de enfermería y relacionarlos con la calidad del sueño. Realizado en Hospital de la Hermandad de Santa Casa de Poços de Caldas, estado de Minas Gerais. Participaron (n=136 profesionales de enfermería, con media etaria de 33,1 años, divididos en las categorías: enfermero 8,1%, técnico de enfermería 80,9%, auxiliar de enfermería 11,0% de turnos diurno y nocturno. Los síntomas de salud se identificaron mediante Inventario General de Salud y la calidad de sueño se evaluó por Diario del Sueño. Datos estadísticamente significativos según test Chi-Cuadrado (p=0,021 para presencia del síntoma de flatulencia o distensión abdominal en turno nocturno. Mediante análisis de regresión lineal múltiple, los sujetos del turno diurno que presentaban síntomas de mala digestión (eventualmente o siempre e irritabilidad (siempre

  17. TRABALHO E SAÚDE: O PAPEL DO MODELO DE GESTÃO DA EXCELÊNCIA NA EMPRESA BETA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almiralva Ferraz Gomes

    2008-12-01

    Full Text Available As atuais transformações produtivas e organizacionais têm fortes implicações no trabalho e na saúde do trabalhador. Embora fatores econômicos tenham se constituído como impulsionadores das mudanças nos modelos de gestão, as políticas de gestão de pessoas devem considerar aspectos que promovam a saúde do trabalhador, considerando efetivamente o trinômio: indivíduo-trabalhoorganização. O presente trabalho se propõe a caracterizar o modelo de gestão adotado por uma organização de grande porte do setor de serviços, no Estado da Bahia, no que diz respeito à saúde do trabalhador. Esta investigação possui um caráter descritivo e foi realizada a partir de pesquisa documental. Uma das principais constatações da presente pesquisa foi a de que a organização investigada, na implementação do seu modelo de gestão da excelência, vem incorporando boas práticas de relacionamento com os trabalhadores, o que, consequentemente, tem proporcionado um ambiente de proteção à saúde do trabalhador.

  18. Efeitos da exposição ocupacional ao mercúrio em trabalhadores de uma indústria de lâmpadas elétricas localizada em Santo Amaro, São Paulo, Brasil Effects of occupational exposure to mercury in workers at a light bulb factory in Santo Amaro, São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília Zavariz

    1993-06-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo verificar a intoxicação por mercúrio metálico em trabalhadores de uma indústria de lâmpadas elétricas situada em Santo Amaro, São Paulo. Foram realizadas visitas à empresa para verificação do ambiente e das condições de trabalho, além de reuniões com os trabalhadores para uma melhor compreensão acerca do processo produtivo e de suas repercussões na saúde. Foram investigados 91 trabalhadores, dos quais 77 (84,62% apresentaram quadro de intoxicação crônica. Entre os intoxicados, foram detectadas alterações nos testes neuropsicológicos em 76 (98,70%, alterações neurológicas em 69 (75,82%, alterações no exame clínico em 62 (68,13% e alterações psiquiátricas em 59 (63,96%.The aim of this research was to study metallic mercury poisoning in workers at a light bulb factory in Santo Amaro, São Paulo (Brazil. Visits were made to the factory to check both the work environment and the working conditions. Meetings with the workers took place in order to better understand the production process and how working conditions affect their health. Of the 91 workers investigated, 77 (84.62% were chronically poisoned. Among chronically poisoned workers, 76 (98.70% displayed neuropsychological alterations, 69 (75.82% suffered from neurological impairments, 62 (68.13% showed pathological findings under clinical examination, and 59 (63.96% displayed psychiatric disorders.

  19. Levantamento das condições de trabalho em um serviço de equoterapia segundo a visão macroergonômica

    OpenAIRE

    Luís Cláudio Martins Chiaramonte

    2004-01-01

    Este estudo tem como objetivo investigar as condições de trabalho de um serviço de equoterapia. A metodologia utilizada foi a ferramenta Design Macroergonômico (DM) proposto por Fogliatto e Guimarães (1999), tendo sido avaliadas as demandas ergonômicas dos dez trabalhadores de um Centro de Equoterapia da Cidade de Caxias do Sul. Os resultados indicam que as exigências físicas do trabalho não são um problema e que os trabalhadores não sentem dor como era esperado. As demandas importantes dizem...

  20. Motivação e satisfação no trabalho dos servidores técnicos administrativos em educação

    OpenAIRE

    Barros, Fernanda Costa

    2015-01-01

    O mundo do trabalho tem mudado muito nos últimos anos, devido à globalização, ao desenvolvimento tecnológico e a mecanização das atividades, levando as organizações a buscarem alternativas para se tornarem mais competitivas. A busca por um melhor desempenho nas organizações está intimamente ligada ao comportamento dos trabalhadores. Dentre os fatores que influenciam o comportamento dos trabalhadores, destaca-se a motivação e a satisfação no trabalho. Nesse contexto, este estudo tem o intuito ...

  1. O TRABALHO EM CARNE VIVA. OBSERVAÇÃO PARTICIPANTE DO TRABALHO OPERÁRIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Monteiro

    Full Text Available Resumo Este texto visa expor a lógica moral e sensual do universo fabril, tentando suplementar as leituras excessivamente técnicas do trabalho com um estudo contextualizado e encarnado das práticas operárias. Nesse sentido, o investigador procedeu a um trabalho de observação participante, trabalhando 14 semanas, em 2007, como operador de máquina numa fábrica de mobiliário do Noroeste português. Um ano mais tarde, em 2008, ele voltaria para estudar a comunidade envolvente por mais 16 semanas. A partir da objectivação sociológica da experiência visceral do trabalho, foi possível conhecer o processo de incorporação do senso prático dos trabalhadores, conhecido localmente como "aprender a arte". Dada a sua relevância, é concedida uma atenção particular às implicações que teve o recurso à observação participante para esta pesquisa sociológica.

  2. Em Busca do Significado do Trabalho: relato de um estudo qualitativo entre executivos In search of the meaning of the work: overview of a qualitative study among executivesEn Busca del Significado del Trabajo: relato de un estudio cualitativo entre ejecutivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CODA, Roberto

    2004-01-01

    Full Text Available RESUMOO presente artigo é fruto de um estudo realizado junto a um grupo de executivos, que teve por objetivo compreender o significado atribuído ao trabalho. A pesquisa foi conduzida segundo a abordagem qualitativa, com base na Fenomenologia. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas individuais, adotando-se para o processo analítico, o método proposto por Giorgi (1985, composto de quatro passos e que parte dos depoimentos da experiência vivida para chegar à compreensão do fenômeno. Os resultados obtidos indicaram que o trabalho assume para cada indivíduo, um significado, uma função, relacionada aos seus desejos e necessidades, o que o transforma, portanto, num instrumento para realização dessas pessoas. O estudo permitiu ainda a identificação de 10 categorias de significado, que vão ao encontro dos resultados obtidos pelo Meaning of Working – MOW (1987 – sobre o tema. Constatou-se também que à medida que o trabalho consegue cumprir sua função, ou seja, quando é provido de significado para o indivíduo, há um sentimento de gratificação e prazer, o que leva à reflexão sobre a importância de estudos sobre o Significado do Trabalho, cujos resultados beneficiam: 1 os profissionais, pois as investigações levam a um questionar-se e, portanto, à busca de um maior conhecimento dos próprios desejos e necessidades, com conseqüente envolvimento com as atividades mais significativas; 2 as empresas, que podem buscar um maior ajuste entre os objetivos organizacionais e as expectativas dos indivíduos, resultando em qualidade, sinergia e eficácia.ABSTRACTThe present article is derived from of a study accomplished in a group of managers which objective aimed at understanding the meaning attributed by them to the work they perform. The research has been conducted according to a qualitative approach, based on Phenomenology. The collection of data was obtained through individual interviews, adopting as analytical

  3. Futuro e liberdade: o trabalho e a instituição escolar nas representações sociais de adolescentes Future and freedom: the work and the school institution in the social representations of adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denize Cristina de Oliveira

    2001-01-01

    Full Text Available Este estudo objetivou a análise das relações estabelecidas entre o trabalho do adolescente e o processo de escolarização, em duas cidades de São Paulo, apoiado na teoria das representações sociais. Foram pesquisados 778 adolescentes, trabalhadores e não trabalhadores, com idades entre 11 e 18 anos, que freqüentavam as escolas públicas das localidades, no período de 1998 a 2000. Foram realizados 18 grupos focais e a coleta de evocações livres. Para a análise de conteúdo dos grupos focais foi utilizado o software ALCESTE 4.5; as evocações livres foram analisadas a partir da teoria do núcleo central. Os resultados indicam que a relação trabalho-escola está estruturada numa relação de contradição entre as dimensões moral, de saber e das conseqüências do trabalho, permeadas pela possibilidade e pela impossibilidade de futuro. Como conclusão observou-se que, apesar do trabalho representar um risco para a escolarização, este é legitimado pelas representações dos próprios jovens, ora justificando-o, ora legitimando-o.The social representations of elementary and high school students were characterized in two Brazilian towns, during 1998-2000 years. The aim of this study is the analysis of the consequences of work among adolescents to their education. Data of free-evocation about work and education among 778 students, ages 11-18 years old were collected. Among the participants, 18 focus groups were chosen according to age and job status. The software ALCESTE 4.5, EVOC 1998 and SIMI 95 were used to perform lexical, free evocation and similitude analysis, respectively. Results showed students have different conceptions regarding the potentiality of the school as an institution. The school is perceived as a "pedagogic locus" or the "only choice to have a better way of life". In the former way, the school represented a place of promotion of human development, and in the latter, a function of social inclusion

  4. Abordar o trabalho para compreender e transformar as condições de adoecimento na categoria dos teleatendentes no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ada Ávila Assunção

    Full Text Available Neste artigo apresenta-se um modelo de abordagem da saúde no trabalho. Tal modelo considera a atividade para obter elementos explicativos do perfil de morbidade auto-referida e gerar propostas de intervenção na organização do trabalho no setor de teleatendimento. Realizou-se um estudo ergonômico em uma grande empresa de telefonia e telemarketing; foram acompanhadas negociações entre trabalhadores e empregadores e intervenções do Ministério Público do Trabalho no quadro de um Procedimento Prévio Investigatório, o qual motivou o estudo ergonômico. Os resultados evidenciaram as exigências das tarefas provocadas pelos métodos de gestão e a associação dos seus efeitos com sintomas mórbidos, conforme descreve a literatura consultada. Os representantes das empresas nas audiências públicas resistiram em reconhecer o caráter patogênico de suas organizações. A estratégia de buscar a ação intersetorial mostrou-se profícua, permitindo viabilizar a elaboração de instrumentos práticos, como divulgação de resultados científicos e elaboração de notas técnicas, com elevada potencialidade para transformar a realidade sanitária dos teleatendentes.

  5. Grupo PET-Saúde/Vigilância em Saúde do Trabalhador Portuário: vivência compartilhada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Ferreira Queiróz

    2015-12-01

    Full Text Available Trata-se de um relato de vivência compartilhada do Grupo PET-Saúde/ Vigilância em Saúde do Trabalhador Portuário, da Universidade Federal de São Paulo – Unifesp e o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador – CEREST, de Santos, SP. O objetivo é descrever a experiência desse grupo tutorial e sua contribuição para o fortalecimento de ações de vigilância em saúde do trabalhador de Santos. O trabalho portuário é a temática do PET-Saúde por sua importância no cenário nacional e por sofrer transformações que geram fatores de agravos à saúde dos trabalhadores. As ações são desenvolvidas englobando o CEREST, os serviços da rede de saúde de Santos e a comunidade portuária santista. Observa-se que os participantes têm compartilhado conhecimento teórico e prático profissional, contribuindo nas ações dos trabalhadores do CEREST e apontando na direção de aproximação com a rede básica de atenção à saúde.

  6. Trabalho escravo contemporâneo como um problema de saúde pública

    OpenAIRE

    Leão, Luís Henrique da Costa

    2016-01-01

    Resumo O trabalho escravo contemporâneo (TE) é uma das mais injustas e persistentes problemáticas sociais do Brasil. Frente à necessidade de implantação da política nacional de saúde do(a) trabalhador(a), este artigo discute o trabalho escravo como problema de saúde pública, destacando possibilidades de ampliar as estratégias de vigilância e atenção integral a essa população específica de trabalhadores. Foi realizada uma pesquisa qualitativa, exploratória, sob o referencial teórico da constru...

  7. Alterações cognitivas em trabalhadores de uma empresa de processamento de dados Cognitive problems in workers of a data processing company

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Graça Hoefel

    1992-02-01

    Full Text Available Realizou-se estudo de 191 trabalhadores de uma empresa federal de processamento de dados em Porto Alegre, RS, Brasil, em 1989, objetivando estudar déficits cognitivos. São analisadas as relações entre queixas de alteração de memória e os respectivos desempenhos em testes de avaliação cognitiva segundo três grupos de trabalhadores, o primeiro com atividades automatizadas e repetitivas (digitadores e dois outros com funções diversificadas. Utilizou-se um teste de rastreamento psiquiátrico para controlar esta possível variável de confusão. Existe uma alta prevalência de queixas de perda de memória (65,4%, apesar de não haver evidências significativas de problemas cognitivos. Observou-se uma associação estatisticamente significativa entre a presença ou não de queixas de memória e o desempenho no teste psiquiátrico. Sugere-se que futuros estudos enfatizem o aspecto de saúde mental e sofrimento psíquico para compreensão destas queixas, tendo em vista as características do processo de trabalho na informática.A study of 191 data processing workers undertaken in Porto Alegre, Brazil, in 1989, is presented. The relationship between complaints of loss of memory and their respective scores on cognitive testing in three groups of workers, one with automatized repetitive activities and two others with diversified activities, is analysed. The scores and complaints are compared with the results of a screening test for psychiatric disorders in order to verify the influence of this confounding factor. No significant evidence of cognitive problems was found despite the high prevalence of complaints of memory loss in this population (65,4%. There is a significant statistical association between these complaints and the scores of the psychiatric testing. It is suggested that futures studies should emphasize psychiatric analysis with a view to clarifying the complaints of Data Processing workers.

  8. FADIGA LABORAL EM TRABALHADORES RURAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Nayalle de Souza Oliveira

    2013-01-01

    Full Text Available El objetivo fue identificar la existencia de estrés laboral de trabajadores rurales del Bom Jesus-PI, Brasil. Estudio descriptivo exploratorio llevado acabo entre abril y junio de 2011, con 47 trabajadores. Recopilación de datos se realizó por instrumento para evaluación del estrés llamado Cuestionario Bipolar y guión de entrevista semiestructurada con la caracterización del perfil sociodemográfico y de las condiciones de trabajo. Se tabularon los cuestionarios, que se compararon por Chi-Cuadrado con 95% de confiabilidad. Se realizó para diferenciación o clasificación de las respuestas analizadas y observación del comportamiento dentro de grupos el análisis de componentes principales y agrupaciones. El estrés es común en el medio rural, principalmente en forma de estrés intenso, debido a la exposición a condiciones insalubres para el trabajador. Aunque no se identifican, directamente, sus factores desencadenantes, por lo tanto, sus medidas de prevención.

  9. A transição tecnológica na saúde: desafios para a gestão do trabalho Technological transition in health work; challenges for the management of human resources

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Inês Carsalade Martins

    2004-09-01

    Full Text Available Este artigo é parte de um estudo empírico sobre as mudanças no trabalho em saúde, em função da incorporação de novas tecnologias. O estudo caracteriza-se por uma abordagem interdisciplinar e o referencial teórico que orienta a pesquisa tem como base os conceitos de reestruturação produtiva, competência e subjetividade. Tendo como foco a organização dos serviços e as novas demandas para os trabalhadores de nível médio do ponto de vista da sua qualificação, a pesquisa analisa a relação homem-trabalho na perspectiva das mudanças tecnológicas, das competências laborais, da autonomia, da comunicação e da linguagem. Os resultados do estudo indicam algumas tendências do processo de trabalho que apontam a tecnologização da assistência e do trabalho em equipe, e a necessidade do desenvolvimento profissional e de reestruturação do trabalho em saúde. Entre os desafios levantados, destacam-se a valorização do trabalho e do trabalhador, a incorporação do conceito de competência, o reconhecimento das relações subjetivas e o processo de comunicação.This article is part of an empirical study about changes in health work due to the introduction of new technologies. The study uses an interdisciplinary approach and the theoretical referential orienting the research has as bases the concepts of productive restructuring, competency and subjectivity. Focusing on the organization of the services and on the demands for further qualifications for secondary level workers, the research analyses the relation human being-work from the perspective of technological changes, work competences, autonomy, communication and language. The results indicate some trends in the health work process that point to the technologizing of care, to teamwork, and to the need for professional development and for a restructuring of the work in this area. Among the challenges that need to be faced, we emphasize the valorization of both work and worker

  10. ASSISTENCIALISMO E EMPREENDIMENTOS POPULARES DE TRABALHO: RELAÇÕES NECESSÁRIAS PARA A ERRADICAÇÃO DA POBREZA?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deise Luiza da Silva Ferraz

    2013-08-01

    Full Text Available Trabalhadores da superpopulação estagnada buscam em empreendimentos populares de trabalho formas de amenizar o processo de pauperização em que se encontram, bem como também objetivam superar a condição de público de ações assistencialistas. Contudo, na efetivação das experiências fomentadas por políticas públicas, observa-se que o trabalho efetivamente não liberta esta população do assistencialismo. Assim, o objetivo deste texto é analisar a situação paradoxal dos envolvidos nessas experiências, defendendo o argumento de que, sob uma análise acurada, o paradoxo se dissolve.  A concomitância entre o esforço laborativo dos considerados carentes e o assistencialismo decorre, na verdade, do movimento de acumulação do capital e de sua manifestação particular na disputa pela aplicação do fundo público em países cujo desenvolvimento econômico passa pela superexploração da força de trabalho. A experiência dos catadores de materiais recicláveis organizados em associações na região de Curitiba no estado do Paraná e a prática dos trabalhadores desempregados organizados em um movimento social no estado do Rio Grande do Sul constituem o objeto empírico da análise realizada. A observação sistemática e a participante permitiram o acesso a dados que, ao serem analisados, demonstraram os limites das políticas públicas de geração de trabalho e renda que têm como público alvo a superpopulação consolidada. Os resultados indicam que, nos termos em que está sendo posto pelas políticas públicas, essa população demanda a permanência do assistencialismo, e por consequência, dos desdobramentos dessa necessária relação, corroborando o argumento central do texto.

  11. A PARTICIPAÇÃO DA ENFERMEIRA DO TRABALHO NO PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO AUDITIVA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Ferreira Baggio

    Full Text Available O presente texto tem por objetivo ressaltar a importância da participação enfermeira do trabalho no Programa de Conservação Auditiva direcionados a trabalhadores expostos a elevados níveis de ruído através de ações baseadas no processo de enfermagem buscando assim, ampliar os conhecimentos desta especialidade e seu efetivo papel na equipe multiprofissional de atenção ao trabalhador.

  12. PERFIL DO PROFISSIONAL CONTÁBIL: ESTUDO COMPARATIVO ENTRE AS EXIGÊNCIAS DO MERCADO DE TRABALHO E A FORMAÇÃO OFERECIDA PELAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR DE MATO GROSSO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emanuelli Simon

    2013-07-01

    Full Text Available Esta pesquisa objetivou demonstrar o perfil do profissional contábil formado pelas principais instituições de ensino superior do estado de Mato Grosso, verificando se atende às perspectivas do mercado de trabalho atual, baseado nas ofertas de emprego oferecidas em um jornal de circulação estadual –A Gazeta, no site do Conselho Regional de Contabilidade e também em outro site renomado em divulgar vagas- Catho. Dentre os objetivos procurou-se levantar o perfil que os profissionais contábeis devem ter no mercado de trabalho no Estado atualmente, analisar as matrizes curriculares das principais instituições de ensino superior que oferecem o curso de ciências contábeis em Mato Grosso, comparar o perfil de profissional que é desejado pelo mercado de trabalho e o que está sendo oferecido pelas instituições de ensino superior. Os resultados obtidos referem-se de um período de apuração de dados de janeiro a setembro de 2012. Os dados foram tabulados em planilhas dinâmicas do Excel – aplicativo da Microsoft Office pelo método de pesquisa descritiva, o procedimento adotado é o documental com abordagem qualitativa e por método de conveniência. Os resultados apresentados referentes ao mercado de trabalho demonstraram que a experiência profissional ainda é o que mais se espera de um profissional mesmo que não seja formado, o setor que mais emprega ainda são os escritórios e o ramo agrícola, característico do estado, geralmente as vagas ofertadas são para analistas e assistentes com salário em torno de R$1.500,00, ao avaliar as matrizes curriculares dos cursos e confrontá-las com as exigências do mercado de trabalho se percebe que o que mais se procura são profissionais experientes na área contábil e fiscal, além de conhecimentos em áreas afins e visão gerencial. 

  13. Paradoxos do trabalho associado The paradoxes of associated work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacob Carlos Lima

    2009-01-01

    Full Text Available Este artigo visa discutir a heterogeneidade do trabalho associado em cooperativas e empresas autogestionárias, e dois de seus paradoxos originários: integração ou alternativa ao mercado capitalista, e trabalho autônomo ou subordinado. Apresentamos alguns dilemas enfrentados pelo trabalho associado a partir de experiências concretas que refletem contextos, lugares, possibilidades e limites. Mais que uma forma de trabalho atípico ante o trabalho assalariado regular, o trabalho associado apresenta peculiaridades que refletem a própria dinâmica recente do capitalismo flexível e sua busca constante por redução de custos. Procura-se discutir as cooperativas e empresas autogestionárias em sua positividade como possibilidade efetiva de autonomia dos trabalhadores; em sua negatividade, como resultante da precarização entendida como perda de direitos sociais vinculados ao trabalho; e, numa terceira perspectiva, como alternativa de inserção social para trabalhadores excluídos ou nunca inseridos no mercado de trabalho formal.This article seeks to discuss the heterogeneity of associated work in cooperatives and self-management companies and their two inherent paradoxes: integration with or an alternative to the capitalist market, and autonomous or subordinated work. I examine various dilemmas faced by associated work on the basis of concrete experiences that reflect contexts, places, possibilities and limits. More than simply an atypical variant of work diverging from normal wage labour, associated work presents peculiarities that reflect the recent dynamics of flexible capitalism and its constant pursuit of cost reduction measures. The article discusses various positive aspects of worker cooperatives and self-management companies, including the possibility of promoting workers' autonomy, the negative aspects arising from the instability caused by the loss of social rights linked to the work, and finally, from a third perspective, their

  14. Trabalho feminino, políticas familiares e discursos pró-aleitamento materno: avanços e desafios à equidade de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irene Rocha Kalil

    Full Text Available RESUMO O artigo aborda a relação entre discursos pró-aleitamento materno, trabalho feminino e políticas familiares no Brasil, apontando avanços e desafios à equidade de gênero. A análise dos materiais da Estratégia de Apoio à Mulher Trabalhadora que Amamenta, do Ministério da Saúde, com base nos referenciais dos estudos de gênero e da semiologia dos discursos sociais, indica como os discursos oficiais reforçam o valor da amamentação para a saúde da criança e reiteram a divisão sexual do trabalho. Por sua vez, as políticas familiares ainda não atendem às necessidades sociais, como a extensão das licenças maternidade e paternidade para todos os trabalhadores e a criação de licenças parentais.

  15. GESTÃO POR COMPETÊNCIAS E RELAÇÕES DE TRABALHO NO BRASIL: NOTAS DE PESQUISA SOBRE A PERSPECTIVA SINDICAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Aparecido Costa de Amorim

    2011-01-01

    Full Text Available Este artigo apresenta as hipóteses e primeiros resultados de um projeto de pesquisa voltado ao dimensionamento da presença da Gestão por Competências em organizações no Brasil, tendo por base a percepção coletiva dos trabalhadores e seus representantes – sindicato; quanto à sua aplicação em termos de práticas, políticas e estratégias empresariais, dentro do campo das Ciências Sociais Aplicadas, situado na confluência das áreas da Economia, Administração e da Sociologia do Trabalho. De forma mais específica vincula-se às temáticas das Relações de Trabalho e sua inserção entre os processos da Gestão de Pessoas que toma como eixo a Gestão por Competências.

  16. Trabalho em saúde e a implantação do acolhimento na atenção primária à saúde: afeto, empatia ou alteridade?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandro da Silva Scholze

    Full Text Available Desenvolvemos uma reflexão teórica sobre o trabalho na Atenção Primária à Saúde (APS na diretriz do acolhimento, buscando possibilidades de superar a alienação em seu processo produtivo, a partir de relatos de experiência da implantação do acolhimento em serviços de APS. Identificamos as seguintes perspectivas teóricas nas relações interpessoais nos serviços, com indicadores de avanços na humanização do trabalho em saúde e de uma aproximação com a subjetividade: afeto, empatia e alteridade. Ainda que todas sejam adequadas e mesmo complementares entre si, fazemos nossa opção pela alteridade como perspectiva teórica capaz de instrumentalizar o trabalhador da saúde para desenvolver o acolhimento, sem deixar de garantir su