WorldWideScience

Sample records for trabalho entre motoristas

  1. Associação da perda auditiva induzida pelo ruído com o tempo acumulado de trabalho entre motoristas e cobradores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Cordeiro

    Full Text Available Através da técnica da regressão linear múltipla, estudou-se a relação existente entre a perda auditiva induzida pelo ruído e as variáveis "tempo total acumulado de trabalho como condutor de veículos coletivos urbanos", "pressão arterial diastólica" e "idade", em uma população de 278 motoristas e cobradores usuários de um serviço de saúde ocupacional da cidade de Campinas, estado de São Paulo (Brasil. Os principais resultados encontrados foram uma associação positiva entre a perda auditiva e o tempo acumulado de trabalho, bem como a existência de uma interação entre esta variável e a idade dos condutores.

  2. Uso contínuo de medicamentos e condições de trabalho entre motoristas de caminhão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edmarlon Girotto

    Full Text Available Resumo Os motoristas de caminhão têm sido pouco explorados quanto aos problemas de saúde que os acometem e, principalmente, quanto ao seu perfil de consumo de medicamentos. Este estudo teve o objetivo de determinar o uso contínuo de medicamentos, por motoristas de caminhão, e identificar as características profissionais associadas. Para a sua realização, conduziu-se um estudo transversal com motoristas de caminhão estacionados no Pátio de Triagem do Porto de Paranaguá, Paraná, Brasil. Realizou-se uma entrevista com obtenção de dados socioeconômicos, problemas de saúde, condições de trabalho e uso contínuo de medicamentos. Dos motoristas avaliados (n = 665, 21,1% referiram utilizar algum medicamento continuamente, com destaque para o captopril (10,7%, metformina (10,3%, omeprazol (6,2% e sinvastatina (6,2%. Motoristas com dezesseis anos ou mais de experiência profissional (RP 1,67; IC 95% 1,11-2,51, proprietários do próprio caminhão (RP 1,38; IC 95% 1,03-1,86 e que não possuíam vínculo empregatício formal (RP 1,49; IC 95% 1,11-2,00 apresentaram maior prevalência de uso contínuo de medicamentos. Observa-se que algumas condições de trabalho têm importante papel do uso contínuo de medicamentos pelos motoristas de caminhão.

  3. ANÁLISE JUSLABORAL DA RELAÇÃO DE TRABALHO ENTRE MOTORISTAS POR APLICATIVO E A EMPRESA UBER: ASPECTOS E CONSEQUÊNCIAS SOCIOJURÍDICOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Murilo Martins

    2017-06-01

    Full Text Available A empresa Uber deu ensejo à formação de uma nova classe de trabalhadores, os motoristas por aplicativo. A natureza da relação dos motoristas com a empresa é controversa, tendo motivado ações trabalhistas para a discussão da existência de vínculo empregatício. Propõe-se analisar essa relação, além de seus impactos juslaborais tendentes ou não à precarização dos direitos trabalhistas. Adotou-se, como método de procedimento, a pesquisa bibliográfica e a análise de julgados; e, como método de abordagem, o dedutivo, visando verificar a existência ou não de relação de emprego, bem como aventar possíveis consequências jurídicas e sociais decorrentes desse modelo de trabalho.

  4. Sonolência e consumo de carboidratos entre motoristas de caminhão

    OpenAIRE

    Andressa Juliane Martins

    2013-01-01

    Introdução - Há evidências de que o aumento do consumo de carboidratos esteja associado à sonolência. Quando realizado à noite, o consumo de carboidratos parece ser um fator que afeta o desempenho no trabalho. Paradoxalmente, o trabalho noturno levaria ao aumento da ingestão de alimentos ricos em carboidratos como consequência da privação de sono. Objetivo - Verificar a existência de correlação entre a sonolência e consumo de carboidratos entre motoristas de caminhão. Métodos - Participaram d...

  5. Fatores determinantes da atividade dos motoristas de caminhão e repercussões à saúde: um olhar a partir da análise coletiva do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Roberta de Castro Moreno

    Full Text Available Este estudo tem o intuito de caracterizar a atividade do motorista de caminhão quanto à demanda do trabalho e aos desafios impostos pela sua organização do trabalho. Foi utilizado o método da Análise Coletiva do Trabalho, que descreve a atividade a partir dos depoimentos dos trabalhadores durante reuniões com pesquisadores, com foco nos fatores que poderiam atuar como determinantes de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho. Um total de 100 motoristas de duas empresas, submetidos a jornadas distintas de trabalho, participaram das reuniões. Os resultados revelaram que a falta de autonomia é uma das maiores queixas dos motoristas que trabalham no perímetro urbano durante o dia. Já o motorista que trabalha em horários irregulares e faz longas viagens trabalha sob tensão para cumprir os horários de entrega das mercadorias. O consumo de estimulantes constitui uma prática comum entre os motoristas decorrente das condições de trabalho, em especial a dificuldade de cumprir os horários e as longas jornadas, sendo parcialmente reconhecida por eles como um risco à saúde. Acrescem-se problemas relacionados à falta de segurança que atingem tanto os que atuam no perímetro urbano, como os que trabalham nas estradas. A análise da atividade destes motoristas revela uma realidade que merece intervenções voltadas para a melhoria de suas condições de trabalho, em especial no que se refere à regulamentação da jornada e à fiscalização de seu cumprimento, além de ações de promoção da saúde.

  6. A atividade de trabalho de motoristas de ambulância sob o ponto de vista ergológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francinaldo do Monte Pinto

    Full Text Available Objetivo: analisar a atividade dos motoristas de ambulância do Serviço Móvel de Urgência (SAMU. Métodos: foi empregada a perspectiva ergológica, que se opera a partir da concepção de vida-saúde-doença postulada por George Canguilhem, e a Ergonomia da Atividade. Foram realizadas onze entrevistas dialógicas com motoristas da Unidade de Terapia Intensiva Móvel, em 2010, no estado da Paraíba. Resultados: os motoristas atribuem as principais dificuldades para realizar o trabalho ao modo de organização prescrita do trabalho no SAMU, à gestão temporal da atividade, à atividade no trânsito, à relação com a população usuária e ao risco de contrair doenças. Em contraposição, os motoristas adquirem sentido no trabalho ao salvarem vidas, em uma conjunção de valores – solidariedade, confiança e cooperação – em relação aos socorridos e aos seus acompanhantes. Quando essa possibilidade não se concretiza, o coletivo de trabalho serve de apoio para que permaneçam na profissão, apesar das frustrações. Conclusão: evidenciou-se que, mesmo diante das variabilidades cotidianas da atividade de trabalho, os motoristas de ambulâncias produzem modos operatórios para dar conta das situações de trabalho, cooperando para solução dos problemas e/ou manejando as imprevisibilidades no trabalho em equipe.

  7. Motoristas profissionais e atletas profissionais de futebol: quando a legislação especial precariza o trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Perini Rezende da Fonseca

    2016-11-01

    Full Text Available Os motoristas profissionais e os atletas profissionais de futebol são categorias regidas por contrato especial de trabalho, que, de modo peculiar, sofreram precarização dos direitos trabalhistas pela legislação especial. Nesse contexto, o presente trabalho visa a demonstrar que o princípio da vedação ao retrocesso social se afigura como óbice ao enfraquecimento das relações de trabalho, atuando como um limitador ao poder de legislar em desfavor dos direitos sociais já conquistados.

  8. Análise da situação de trabalho de motoristas em uma empresa de ônibus urbano da cidade de Natal/RN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ladijane Sarmento da Silveira

    2014-03-01

    Full Text Available A presente pesquisa está relacionada à análise da situação de trabalho do motorista de ônibus, e teve origem na necessidade de identificar as suas dificuldades em cumprir as tarefas para alcançar os resultados determinados por uma empresa de transporte coletivo urbano da cidade de Natal. Foram entrevistados 50 motoristas sobre nove fatores relacionados ao seu trabalho. Os resultados mostraram que os fatores trânsito, tempo de viagem, condições da via, manutenção do veículo, ambiente físico (terminal de linha, posto de trabalho e supervisão exercida constituem constrangimentos para a atividade do motorista, diferenciando o trabalho prescrito do trabalho real. Por outro lado, fatores como gostar de dirigir, o trabalho em si e os colegas de trabalho influenciam positivamente na situação de trabalho do motorista. Nas proposições dos subsistemas de administração de recursos humanos, foram encontradas como alternativas para o redimensionamento dessa atividade a possibilidade de alterações nas políticas de recrutamento e de seleção de pessoal, implementação de um sistema de avaliação de desempenho, melhorias no ambiente de trabalho, esclarecimentos sobre política salarial, exercício da supervisão do qual participem os motoristas e a redução de estressores no ambiente de trabalho.

  9. Condições de trabalho e saúde de motoristas de transporte coletivo urbano Work and health conditions of urban public bus drivers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Battiston

    2006-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi caracterizar as condições de trabalho e saúde de motoristas de transporte coletivo urbano da cidade de Florianópolis, Santa Catarina, tendo como suporte principal as contribuições oriundas da Psicologia Ambiental, da Psicologia do Trabalho e da Ergonomia. Foram realizadas observações do local de trabalho, das linhas e do comportamento do motorista durante o percurso na linha. Foram entrevistados 21 motoristas e as falas serviram de recurso para a análise qualitativa organizada em categorias analíticas. Pôde-se concluir que a atividade de dirigir é desgastante, causa fadiga e sua eficácia está relacionada principalmente a fatores ambientais do local de trabalho e a forma como os motoristas lidam com esses fatores. Há a incidência de distúrbios orgânicos (dores na cabeça, nas pernas e problemas auditivos e psíquicos (como estresse, irritabilidade e fadiga, que afetam não só a atividade de dirigir mas também a vida social e coletiva desse profissional.The purpose of this study was to characterize work and health conditions of urban bus drivers of Florianópolis, Brazil, using as principal support the contributions derived from Environmental Psychology, Working Psychology and Ergonomics. Observations were made at work site, routes and of driver's behavior throughout the route. Twenty-one drivers were interviewed and the lines were used as a resource for the qualitative analysis organized in analytical categories. It was concluded that the driving activity is consuming, causes fatigue and its efficacy is mainly related to environmental factors from the work site and the way the drivers deal with it. Organic (head soreness, leg soreness and hearing problems and psychic (as stress, irritability and fatigue disturbs affect not only the driving activity but also the social and community life of this professional.

  10. Correlação entre o perfil audiométrico, idade e o tempo de atividade em motoristas de ônibus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Fernanda Bisi

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: relacionar o perfil audiométrico dos motoristas de ônibus com as variáveis idade e tempo de atividade. MÉTODO: foi realizado um estudo de Coorte retrospectivo, individual, comparativo, utilizando dados da avaliação audiológica de motoristas de ônibus de Porto Alegre e região metropolitana. RESULTADOS: foram avaliados 1113 motoristas com média de 40,33 anos de idade, e média de tempo de serviço de 4,16 anos. Observou-se perda auditiva neurossensorial bilateral na faixa de 3 a 6KHz, com tendência de maior alteração dos limiares auditivos para a orelha esquerda na faixa de 0,5 a 2 KHz. Os trabalhadores com mais idade e tempo de serviço foram os mais afetados, principalmente na faixa de frequências altas. CONCLUSÃO: observou-se uma piora nos limiares auditivos em frequências agudas em relação ao tempo de serviço quando comparados os resultados entre a primeira e última avaliação de cada trabalhador.

  11. A desnecessidade do trabalho entre pescadores artesanais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Wellington Norberto Ramalho

    2015-04-01

    Full Text Available As relações socioculturais e econômicas, entre alguns grupos de pescadores artesanais, não colocam como entes antagônicos trabalho e tempo livre. Do contrário, tais relações celebram aproximações entre saber-fazer pesqueiro, lazer e vida, formando e conformando um todo societário. Inseridos nesse quadro, estão os pescadores artesanais do mar-de-fora da praia de Suape, no município do Cabo de Santo Agostinho, litoral sul de Pernambuco, distante 50 km de Recife. Este artigo busca desvelar a mencionada moral do trabalho e do tempo livre no fazer cotidiano de pescadores dessa Praia, com base na pesquisa etnográfica e na história de vida de 13 pescadores. No geral, identificou-se que há uma moral do trabalho que se confunde à moral do tempo livre, pois o cerceamento de uma delas representa limites à outra. Assim, para esses homens, definir o que é um ser liberto ou cativo liga-se ao encontro indissociável, em termos práticos e simbólicos, entre as referidas morais, o que é essencial para classificar o fazer-se pescador artesanal em seu sentido pleno fundamentado na desnecessidade do trabalho.

  12. Trabalho e saúde em motoristas de caminhão no interior de São Paulo Work and health of truck drivers in the state of São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Zanella Penteado

    2008-12-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa é analisar alguns aspectos de saúde e de trabalho de caminhoneiros, identificando possíveis relações, determinantes e/ou agravantes, de impactos negativos na sua qualidade de vida. MÉTODO: foram entrevistados 400 caminhoneiros do interior de São Paulo, na Rodovia SP-330. Utilizou-se um questionário fechado, que aborda aspectos da percepção dos motoristas sobre a sua saúde e trabalho. RESULTADOS: 59,5% dos trabalhadores são autônomos e 58,5% viajam em rota curta (no limite do Estado, trabalham em média 12,7 horas diárias e tem entre 5 a 8 horas de sono. Referiram problemas constantes ou ocasionais de postura (67,75%, auditivos (37,75%, estomacais (57,5%, resfriados/gripes (70%, sentimentos negativos como medo, estresse e depressão (58,5%, tonturas (23%, rouquidão (30,75%, pigarro (36,5%, tosse (53,5%. Quanto aos hábitos de consumo e comportamentos, ingerem café (87,75%, alimentos gordurosos (84,5%, bebidas alcoólicas (43%, energéticos (19,5%; fumam (32% e usam outras drogas (2%. CONCLUSÃO: Diversos aspectos das condições de trabalho, hábitos e comportamentos de motoristas de caminhão exercem impactos negativos sobre sua saúde, com prejuízos para a comunicação e a qualidade de vida.The aim of the present study is to assess some aspects of health and work of truck drivers and to identify possible relationships, determining and/or aggravating factors of negative impacts in their quality of life. METHOD: 400 truck drivers in a city of SP in SP330 Highway were interviewed. A closed questionnaire was used approaching aspects of the drivers' perception of their health and work. RESULTS: 59.5% of workers are self-employed, and 58.5% do only short travels (within the limits of the State, they work an average 12.7 hours/day and have from 5-8 hours of sleep. Regarding health, they reported constant or occasional postural (67.75%, auditory (37.75%, and stomach problems (57.5% as well as colds (70

  13. Correlação entre o perfil audiométrico, idade e o tempo de atividade em motoristas de ônibus

    OpenAIRE

    Bisi, Raquel Fernanda; Coifman, Jozeane Dias dos Santos; Ferreira, Maria Inês Dornelles da Costa; Mitre, Edson Ibrahim

    2013-01-01

    OBJETIVO: relacionar o perfil audiométrico dos motoristas de ônibus com as variáveis idade e tempo de atividade. MÉTODO: foi realizado um estudo de Coorte retrospectivo, individual, comparativo, utilizando dados da avaliação audiológica de motoristas de ônibus de Porto Alegre e região metropolitana. RESULTADOS: foram avaliados 1113 motoristas com média de 40,33 anos de idade, e média de tempo de serviço de 4,16 anos. Observou-se perda auditiva neurossensorial bilateral na faixa de 3 a 6KHz, c...

  14. Acidentes de trabalho ocorridos entre adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Alcântara Pimenta

    2013-01-01

    Full Text Available Este estudio tuvo como objetivo identificar los accidentes de trabajo producidos entre los adolescentes en una fundación de educación para el trabajo. Estudio descriptivo, cuantitativo que investigó 117 adolescentes trabajadores a través de un cuestionario multidimensional. De los encuestados, el 72,6% eran mujeres, el 80,3% tenían 15 años, el 60% eran pardos y el 62,4% no trabajaba anteriormente. Las actividades más populares realizadas fueron las siguientes: Recepcionista (46,2% y auxiliar administrativo (37,6%. Sufrieron accidentes en el trabajo o antes de llegar a este el 11% de los encuestados, de los cuales 76,9% eran típicos y se produjeron en la tarde (61,5%. Las piernas y los pies fueron los miembros mas heridos (46,2%, seguido por abrasiones y lesiones graves (30,8%. El trabajo de niños y adolescentes pueden presentar agravios, que se clasifican como accidentes. El enfrentamiento de este problema no puede ser pensado sólo en términos de vigilancia de los lugares de trabajo y de las políticas dirigidas a la salud del trabajador; hay una necesidad de una mayor transformación en la estructura de la sociedad, de modo que el trabajo perjudique la salud.

  15. Condições de trabalho nos ônibus e os transtornos mentais comuns em motoristas e cobradores: Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, 2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ada Ávila Assunção

    2013-12-01

    Full Text Available A prevalência de transtornos mentais comuns (TMC contribui para a carga mundial de doenças. O objetivo foi descrever a prevalência de TMC numa amostra de motoristas e cobradores da Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, e verificar se as condições do trânsito e as condições internas aos ônibus estavam associadas ao desfecho. Os respondentes foram 1.607 trabalhadores. A amostra não probabilística foi estimada de acordo com as quotas do efetivo distribuído nas empresas de ônibus (n = 17.470. As entrevistas face a face utilizaram o questionário digital. Trânsito ruim perdeu significância estatística na análise multivariável; renda mais elevada e condições de trabalho e de segurança inadequadas mantiveram-se associadas ao desfecho. Comportamentos nocivos e situação vulnerável de saúde foram associados com TMC. Abordar a saúde dos trabalhadores dos ônibus urbanos é uma rara contribuição que pode amparar a elaboração de políticas públicas dirigidas às populações metropolitanas.

  16. Os diferentes contratos de trabalho entre trabalhadores qualificados brasileiros.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Carvalho de Azevedo

    2014-06-01

    Full Text Available Ao longo das últimas décadas, as relações de trabalho têm se modificado de forma contínua na direção de contratos mais flexíveis vis-à-vis relações de trabalho mais estáveis e de longo prazo. Essas transformações também têm atingido o mercado de trabalho brasileiro, ainda que este tenha características distintas das economias mais desenvolvidas. No Brasil, as relações de trabalho sempre tiveram um forte componente de flexibilidade, uma vez que o emprego formal e o informal são igualmente importantes na economia do país. Apesar da informalidade presente no cenário brasileiro, trabalhadores qualificados brasileiros mantiveram vínculos de trabalho estáveis, com contratos CLT, ao longo da segunda metade do século passado. Entretanto, esse panorama tem sido modificado nas últimas décadas. Apesar da constatação dessas mudanças no mercado de trabalho, pesquisas que investigam a disseminação de diferentes tipos de contrato de trabalho no mercado brasileiro são escassas. Dados referentes a profissionais qualificados são ainda mais raros. Tendo esse cenário como pano de fundo, esta pesquisa tem como objetivo identificar os diferentes tipos de contrato de trabalho existentes entre trabalhadores qualificados no Brasil. Para isso, discute os resultados de uma pesquisa empírica e apresenta, com base na literatura e nos dados de 47 entrevistas com trabalhadores, 15 tipos de contrato de trabalho que se distinguem do padrão CLT. Os resultados mostram que, dada essa diversidade, as relações flexíveis de trabalho não podem ser tratadas como um processo homogêneo. Os dados também retratam uma realidade preocupante. Podemos dizer que existe um descompasso dentro do contexto brasileiro entre as relações de trabalho atuais e o ambiente no qual elas estão inseridas. A sociedade brasileira e a legislação trabalhista estão estruturadas com base nas relações de trabalho formais. As organizações muitas vezes não sabem

  17. Occupational accidents among ambulance drivers in the emergency relief Accidentes del trabajo de conductores de ambulancia que brindan atención de urgencia Acidentes de trabalho com motoristas de ambulâncias que realizam socorro de urgência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabete Takeda

    2007-06-01

    Full Text Available We analyzed the occurrence of occupational accidents (OA among ambulance drivers in Emergency Relief (ER, with a view to disclosing the types of events and their causes. A quantitative-qualitative study was carried out through the interview of 22 workers in a city in São Paulo, Brazil. The subjects were male, between 36 and 40 years old (40.9%, married (81.82%, with uncompleted primary education (40.9%, individual (90.9% and family (54.55% income between two and four Brazilian minimum wages, not performing any other paid occupation (45.45%. The majority of the OA were typical, due to an excess of exercises and vigorous and repeated movements (42.11% and aggression through body strength and other means (26.33%. The OA occurs mainly because drivers carry out tasks that do not suit their professional formation.Fue estudiada la frecuencia de accidentes del trabajo (AT con chóferes de ambulancia que brinda Atención de Urgencia (AU, buscando encontrar los tipos de accidentes y sus causas. La investigación fue cuanti-cualitativa, para lo cual fueron entrevistados 22 trabajadores de una ciudad en el Estado de São Paulo. Los sujetos eran de sexo masculino, con edades entre 36 y 40 años (40,9%, casados (81,82%, con educación primaria incompleta (40,9%, sueldo individual (90,9%, sueldo familiar (54,55% entre dos y cuatro sueldos mínimos y sin otra ocupación (45,45%. La gran mayoría de los AT fueron típicos, por exceso de ejercicios, movimientos enérgicos y repetidos (42,11% y daño por fuerza corporal y otras formas (26,33%. Los AT se dieron principalmente porque los chóferes realizaban actividades que no iban de acuerdo con su formación profesional.Estudou-se a ocorrência de acidentes de trabalho (AT com motoristas de ambulância que realizam Socorro de Urgência (SU, buscando evidenciar os tipos desses eventos e suas causas. A investigação foi quanti-qualitativa, entrevistando-se 22 trabalhadores que atuam em uma cidade paulista. Os

  18. Prevalência de dores musculoesqueléticas em motoristas de caminhão e fatores associados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia Castro Lemos

    Full Text Available Introdução:motoristas profissionais podem estar sujeitos a doenças musculoesqueléticas relacionadas às condições de trabalho.Objetivo:estimar a prevalência e identificar fatores associados à dor musculoesquelética na coluna vertebral, nos 12 meses anteriores à pesquisa, referida por motoristas de caminhão.Métodos:estudo transversal realizado em 2007 com todos os 460 motoristas do sexo masculino de uma empresa de transportes de carga. Utilizou-se questionário abordando fatores sociodemográficos, ocupacionais e de saúde. Análises de regressão logística univariada e múltipla foram utilizadas para verificar a associação entre o relato de dor musculoesquelética na coluna vertebral e os fatores estudados.Resultados:a prevalência de dor musculoesquelética referida foi de 53,5%, sendo mais prevalentes a dor na coluna vertebral (38,5% e a dor na coluna lombar (28%. Sono de má qualidade, hábito de não cochilar, medo de ser assaltado, morrer, adoecer ou sofrer algum acidente durante o trabalho, e estresse, tensão ou fadiga por desconforto ao dirigir foram fatores associados às dores na coluna vertebral.Conclusão:constatou-se alta prevalência de lombalgia associada a estressores externos, como medo de acidentes e roubos, e a fatores ligados diretamente à organização do trabalho, como a ausência de pausas para cochilos e a restrição dos horários de sono, o que leva a sua má qualidade.

  19. Paradoxo da corporatividade: o motorista de ônibus como corpo coletivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jésio Zamboni

    Full Text Available Resumo: Ensaia-se, por uma crítica teórica, desenvolver o conceito de corporatividade para além do sentido representacional hegemônico de identificação profissional. Para tanto, opera na distinção entre corpo e organização do trabalho, promovendo uma intercessão entre clínica da atividade e esquizoanálise. Toma-se um paradoxo da atividade do motorista de ônibus urbano, oscilando entre políticas da amizade e políticas de controle, entre capital e improdutividade, enfim, entre desunião e cooperação, para desenvolver tal problemática pela situação concreta de trabalho. Afirma-se a crucialidade da sustentação dos paradoxos da atividade na constituição de corpos coletivos de trabalho.

  20. Índice de incapacitação das lombalgias em motoristas de caminhão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amarilda Aparecida dos Santos Pedroso

    2013-12-01

    Full Text Available Introdução: As lombalgias são causas de morbidade e incapacidade na realização de atividades de vida diária. Motoristas de caminhão apresentam risco aumentado de desenvolvimento da lombalgia em razão das demandas mecânico-posturais características da profissão. Objetivo: Investigar o nível de interferência das lombalgias nas atividades de vida diária de motoristas de caminhão. Métodos: Foi realizado um estudo transversal, no qual foram entrevistados 30 motoristas de caminhão, do sexo masculino, com idade entre 25 e 35 anos e com mais de cinco anos de experiência na profissão. Apenas os indivíduos que referiram dor lombar crônica, persistente há mais de três meses, foram instruídos a responder o questionário sobre o índice de incapacitação de Oswestry para dor lombar, com intuito de classificar os níveis de interferência das lombalgias nas atividades de vida diária. Resultados: Vinte e nove motoristas de caminhão atenderam aos critérios de inclusão do estudo (média de idade 31,83±3,63 anos, tempo de experiência 8,93±2,4 anos e média de 13,66±2,47 horas diárias de trabalho. Vinte e dois motoristas (75,86% apresentavam incapacidade mínima (score 8,45±6,58 e sete (24,14%, incapacidade moderada (score 27,14±6,3. Conclusão: Apenas 24,14% da amostra estudada apresentou incapacidade moderada, interferindo assim na realização de atividades de vida diária, tais como: problemas ao sentar, levantar peso e ficar de pé.

  1. Trabalho e riscos de adoecimento: um estudo entre policiais civis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Cristine Cavalcante Anchieta

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo avaliar a percepção que os policiais civis do DF têm sobre o seu contexto de trabalho, suas exigências, assim como as vivências e os problemas físicos, psicológicos e sociais causados pelo trabalho, procurando fazer inferências sobre as estratégias de mediação utilizadas para evitar o sofrimento e os riscos de adoecimento. Foi aplicado o Inventário do Trabalho e Riscos de Adoecimento (ITRA em 160 policiais civis, homens e mulheres, recém empossados na Instituição (tempo médio de oito meses de ingresso na Instituição. Os resultados indicaram que, apesar de não ficarem evidentes danos graves à saúde do policial novato, há riscos de acontecerem falhas nas estratégias de mediação em relação a fatores que levam ao adoecimento.

  2. Evidências de validade do teste de Pfister: Agressividade e irritabilidade em motoristas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joneia Mayumi Tawamoto

    2009-05-01

    Full Text Available Objetivou-se pelo presente estudo comparar os indicadores de agressividade e irritabilidade, encontradas por meio do Teste das Pirâmides Coloridas de Pfister (TPC, entre os motoristas infratores e não-infratores; correlacionar os indicadores de agressividade e irritabilidade do TPC dos motoristas com os resultados obtidos do Inventário de Habilidade do Motorista (IHM, Questionário do Comportamento do Motorista (QCM e Escala de Irritabilidade do Motorista (EIM. O TPC permite a avaliação da dinâmica da personalidade e o nível de maturidade das suas expressões no mundo das relações. Participaram da pesquisa 100 motoristas, da Cidade de Curitiba, divididos em dois grupos. O primeiro foi composto por 50 motoristas infratores que realizaram o Curso de Reciclagem e que obtiveram pontuação por ultrapassar o limite de velocidade três vezes em um ano. O segundo grupo composto por 50 motoristas que renovaram a CNH, possuem a carteira há mais de cinco anos, não cometerem nenhum tipo de infração, não assumiram a pontuação de outro motorista e não se envolveram em acidentes como motorista. Para a análise do TPC foram considerados o Vermelho aumentado, devido à tonalidade 2, sem a presença de indicadores de contenção; Amarelo aumentado, sem a síndrome do dinamismo; Verde rebaixado e Vermelho aumentado; Síndrome do Conflito Interno, Vermelho tonalidade 2 e Violeta tonalidade 2, também sem indicadores de contenção, e a Síndrome de Histeria. Nos resultados foram encontradas correlações significativas estatisticamente com a dupla Verde rebaixada e Vermelho aumentado e a Síndrome do Conflito Interno, indicado que TPC evidenciou validade concorrente por meio das correlações com QCM e EIM.

  3. Formas duradouras e formas emergentes de trabalho precário entre os jornalistas brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeferson Bertolini

    2015-08-01

    Full Text Available Este artigo busca dimensionar o conceito de trabalho precário entre os jornalistas brasileiros. O texto indica que a categoria sempre esteve exposta a formas precárias de trabalho, mas que o problema se agravou nos últimos 10 anos, com as tecnologias digitais: elas redefiniram o perfil do profissional e reordenaram o modelo de negócio das empresas do setor. O manuscrito, baseado em levantamento bibliográfico e experiência de campo, lista oito formas duradouras e oito formas emergentes de trabalho precário no jornalismo.

  4. Entre desejo e o sofrimento psíquico no trabalho:

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia R. B. M. Bertão

    2006-12-01

    Full Text Available Este artigo investiga a articulação entre o desejo e o sofrimento, apartir das relações que se estabelecem entre o trabalho e asubjetividade do indivíduo. O estudo parte de entrevistas semidirigidascom um professor de educação infantil. O conteúdo dorelato pôde nos fornecer dados a respeito da vida psíquica e suaprovável relação de ambigüidade entre o desejo e o sofrimento,bem como suas manifestações, na relação do sujeito com o trabalho.Discutiu-se como as experiências emocionais infantis são reeditadasno contexto do trabalho e esquadrinham a ressonância simbólica.No estudo concluiu-se que a importância do espaço da palavra notrabalho é condição para desenvolver o pensamento. Juntamentecom a ressonância simbólica, o indivíduo pode manter umaarticulação entre sua história pessoal e a realização do trabalho, oque possibilita alcançar sofrimento criativo e a superação dosofrimento patológico, sendo estes dois sofrimentos interligados,ambíguos e psicodinâmicos.

  5. Entre desejo e o sofrimento psíquico no trabalho:

    OpenAIRE

    Flávia R. B. M. Bertão; Francisco Hashimoto

    2006-01-01

    Este artigo investiga a articulação entre o desejo e o sofrimento, apartir das relações que se estabelecem entre o trabalho e asubjetividade do indivíduo. O estudo parte de entrevistas semidirigidascom um professor de educação infantil. O conteúdo dorelato pôde nos fornecer dados a respeito da vida psíquica e suaprovável relação de ambigüidade entre o desejo e o sofrimento,bem como suas manifestações, na relação do sujeito com o trabalho.Discutiu-se como as experiências emocionais infantis sã...

  6. A CENTRALIDADE DO TRABALHO E A TROCA ORGÂNICA ENTRE HOMEM E NATUREZA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andre André Luis Amorim de Oliveira

    2013-12-01

    Full Text Available Dentro do contexto da Terceira Revolução Industrial, marcada pela crise estrutural do capital, a centralidade do trabalho permanece sendo uma referência importante no que tange à compreensão histórica geográfica do papel da força de trabalho frente às mutações impostas pelo capital. Este artigo procura resgatar (e contribuir com alguns elementos importantes no que se refere à centralidade do trabalho num momento decisivo em que o capital tem exigido, cada vez mais, novos aparatos de gestão da força de trabalho, o que significa a ampliação da precarização do trabalho. Apresentamos também como elemento importante deste contexto uma aproximação do debate sobre a relação entre homem e natureza, considerando a centralidade do entendimento sobre o trabalho e sua polissemia.

  7. A (invisibilidade do acidente de trabalho fatal entre as causas externas: estudo qualitativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kamile Miranda Lacerda

    Full Text Available Objetivo descrever o trabalho das vítimas dos acidentes fatais e as circunstâncias desses óbitos relacionados com o trabalho ocorridos em 2004, em Salvador, Bahia. Métodos coleta de dados realizada através de questões semiabertas obtidas em entrevista domiciliar com os familiares das vítimas, por meio da autópsia verbal (AV. A análise de conteúdo foi empregada na análise das narrativas. A reconstituição dos 91 acidentes de trabalho (AT é apresentada em duas seções temáticas: a caracterização do trabalho do acidentado e a circunstância da morte. Resultados evidenciou-se a presença marcante do trabalho precário mesmo entre aqueles com vínculo formal, mas essas condições são especialmente flagrantes entre aqueles não regulamentados. A extensão da jornada de trabalho não decorreu de livre escolha, mas de estratégia para auferir a renda mínima necessária. O espaço da rua emergiu como local de AT típico não apenas de AT de trajeto. A morte no trânsito e sua relação com o trabalho, fenômeno ainda pouco explorado, foi evidenciada, além da identificação de homicídio como circunstância de morte decorrente do trabalho precário. Conclusões a prevenção da morte e da violência no trabalho requer uma ação integrada das políticas setoriais. A autópsia verbal mostrou-se técnica promissora na produção de informações sobre as causas dos AT, podendo contribuir para a superação da subnotificação.

  8. Associação entre espondiloartrose lombar e trabalho pesado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raimundo Antonio da Silva

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar uma possível associação entre espondiloartrose lombar e trabalho pesado. METODOLOGIA: Estudo epidemiológico transversal realizado no período de outubro/04 a outubro/05, baseado em casos atendidos por um hospital público de São Luís, MA, Brasil. Trabalhadores (1256 encaminhados ao serviço de ortopedia foram submetidos à História Ocupacional, Exame Físico Ortopédico e Radiografia de Coluna Lombar e Lombossacra em AP/P e Oblíqüa. Critérios de inclusão e exclusão selecionaram 456 trabalhadores de ambos os gêneros, na faixa etária de 28 a 48 anos. Estes foram agrupados, conforme sua ocupação, em trabalho pesado e não pesado e submetidos aos critérios diagnósticos de espondiloartrose lombar. RESULTADOS: A associação entre trabalho pesado e espondiloartrose lombar foi realizada através do cálculo da razão de prevalências, cujo resultado mostrou-se elevado, evidenciando uma possível associação. A interferência de outras variáveis como possível viés de confundimento, tais como idade, gênero e peso corporal (IMC, foram controladas na fase de análise de dados através do teste de Mantel-Haenzel. O resultado final mostrou que não houve interferência dessas variáveis. CONCLUSÕES: ESTE estudo indicou uma possível associação entre exposição a trabalho pesado e espondiloartrose lombar.

  9. LINDOLFO COLLOR E SUA PROPOSTA DE CONCILIAÇÃO ENTRE CAPITAL E TRABALHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Paulo Lima Barbosa

    2017-03-01

    Full Text Available Em nosso artigo procuraremos apontar como Lindolfo Collor pensou a conciliação entre capital e trabalho ao longo de sua atuação política. As justificativas para estudarmos suas ações justificam-se a partir do momento em que ele esteve à frente de importantes movimentos de sua época bem como de ter sido o primeiro Ministro do Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio. De certa forma, Collor foi a pessoa responsável por dar a tônica dos encaminhamentos que as leis sociais e trabalhistas implantadas no país. Em suas ações político-sociais, ele buscou dirimir os embates entre capital e trabalho via ação do Estado e com soluções que estivessem de acordo com o desenvolvimento e as necessidades do Brasil.

  10. NO TRABALHO VOLUNTÁRIO: ESTUDO DAS RELAÇÕES ENTRE COMPROMETIMENTO ORGANIZACIONAL E DESENHO DO TRABALHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Cavalcante

    2011-07-01

    Full Text Available Este trabalho é um estudo sobre a relação do comprometimento com o desenho do trabalho segundo a percepção de trabalhadores voluntários de Organizações Não Governamentais (ONGs. O referencial teórico apresenta os enfoques unidimensionais e multidimensionais do comprometimento, bem como de seus antecedentes, dentre eles o desenho do trabalho. A amostra foi composta por 14 instituições, onde foram entrevistados 236 voluntários. Para diagnosticar o desenho do trabalho foi utilizado o modelo de Hackman e Oldham (1980 e para mensurar o comprometimento organizacional foi utilizado o instrumento de Medeiros (2003. A análise de dados foi feita utilizando-se análise fatorial e análise de regressão. A análise fatorial identificou cinco dimensões latentes de desenho do trabalho e sete dimensões latentes do comprometimento. Com essas análises foi possível identificar diversas relações mostrando a influência das dimensões latentes do desenho do trabalho sobre algumas dimensões do comprometimento organizacional, dentre elas: o feedback de agentes e a autonomia de planejamento influem positivamente no comprometimento afiliativo.

  11. Síndrome da apneia obstrutiva do sono em motoristas de caminhão Obstructive sleep apnea syndrome in truck drivers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia Castro Lemos

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência da síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS e verificar os fatores associados à chance de desenvolver SAOS em motoristas de caminhão. MÉTODOS: A população desse estudo constituiu-se de motoristas de caminhão de duas filiais de uma empresa transportadora (n = 209, com idade média de 38,8 anos, sendo 98,5% do sexo masculino. O índice de massa corpórea médio foi de 26,5 ± 4,4 kg/m². Os participantes responderam questionários sobre dados sociodemográficos, atividade física e SAOS. A prevalência de SAOS foi estimada por meio do Questionário de Berlim e sua associação com os fatores estudados foi verificada pela análise de regressão univariada e multivariada. RESULTADOS: A prevalência de SAOS na população foi de 11,5%. Dos 209 motoristas, 72 (34,5% referiram dormir ao volante enquanto dirigiam ao menos uma vez e 81 (38,7% referiram roncar durante o sono. As variáveis estatisticamente significativas associadas à SAOS foram vínculo empregatício informal (OR = 0,27; p = 0,01, índice de massa corpórea > 25 kg/m² (OR = 13,64; p = 0,01 e qualidade do sono ruim (OR = 3,00; p = 0,02. CONCLUSÕES: Apesar de a prevalência de SAOS ter sido inferior à observada em outros estudos com motoristas, essa prevalência é superior à da população em geral. Os resultados ainda sugerem que as características do trabalho, entre as quais o vínculo de trabalho, estão associadas à SAOS. Esses dados evidenciam a relevância de se levar em consideração a atividade de trabalho em estudos que investiguem fatores associados à SAOS.OBJECTIVE: To determine the prevalence of obstructive sleep apnea syndrome (OSAS, as well as to identify factors associated with a greater risk of developing OSAS, among truck drivers. METHODS: The study population comprised 209 truck drivers (mean age, 38.8 years; 98.5% males at two branches of a transportation company. The mean body mass index was 26.5 ± 4.4 kg/m². The

  12. Sonolência diurna e atenção em motoristas de ónibus urbanos de 2 capitais do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. Brasil Santos

    2013-07-01

    Full Text Available Resumo: O Brasil é um dos líderes mundiais em acidentes de trânsito. O presente artigo estudou a sonolência diurna excessiva de motoristas de transportes públicos de 2 capitais brasileiras, bem como seus níveis de atenção. O presente estudo foi do tipo descritivo transversal, com amostra de conveniência. Para avaliação foram utilizados: variáveis antropométricas, um Questionário de Sono, a Escala de Sonolência de Epworth (ESS, o Teste de Atenção Difusa (TADIM e o Teste de Atenção Concentrada (TACOM-A. Foram avaliados 300 motoristas das cidades de Brasília e Florianópolis. A maior parte dos indivíduos apresentava sobrepeso e sonolência. A circunferência do pescoço foi menor em Brasília, onde os motoristas também eram mais sonolentos e apresentaram pior desempenho no TACOM-A. A análise de correlação foi significativa entre os testes de atenção e idade e entre índice de massa corporal (IMC e ESS. Fatores como diferenças nas jornadas de trabalho, bem como diferenças no tráfego entre as 2 cidades podem estar associados aos nossos achados. Concluímos que a sonolência é fator de risco comum entre motoristas profissionais de ónibus e esta se correlacionou com o IMC, bem como a atenção também se correlacionou com a idade. Abstract: Brazil is one of the world leaders on traffic accidents. The present article studied the excessive daytime sleepiness of public transport drivers in two Brazilian's capitals and their level of attention. It was conducted here a descriptive transversal study of a convenient sample. For the evaluation were used: anthropometric variables, a Sleep Questionnaire, Epworth Scale of Sonolency (ESS, Diffused Attention Test (TADIM, and Concentrated Attention Test (TACOM-A. There were evaluated 300 drivers from Brasilia and 104 from Florianopolis. The majority of the individuals were overweight and presented somnolence. The neck circumference was smaller in Brasília, where the drivers were also

  13. Uso exclusivo de álcool e em associação a outras drogas entre motoristas de caminhão que trafegam por rodovias do Estado de São Paulo, Brasil: um estudo transversal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kae Leopoldo

    2015-09-01

    Full Text Available Os acidentes de trânsito têm causado mais de um milhão de mortes no mundo. O Brasil é um dos países recordistas quanto a esse indicador. Como o consumo de álcool é fator etiológico para o acontecimento de acidentes de trânsito, buscou-se estimar o padrão de uso de álcool e o uso múltiplo de álcool e outras drogas em uma amostra de conveniência de 684 motoristas de caminhão no Estado de São Paulo, Brasil. Observou-se que, nos trinta dias prévios à entrevista, 67,3% dos participantes usaram álcool, 34,6% de forma pesada, 26% como binge drinking e 9,2% estavam sob o risco de desenvolver dependência. Ainda, 54,6% deles relataram o uso múltiplo de álcool e outras drogas, tendo usado álcool predominantemente com tabaco e energéticos. Os participantes que relataram uso múltiplo de álcool e outras drogas apresentaram consumo mais pesado de álcool em relação àqueles que ingeriram apenas álcool. Em linhas gerais, o uso de drogas é um problema no contexto de trânsito e pode piorar sob a condição de uso múltiplo de álcool e outras drogas. Assim, os autores sugerem a vigilância do tema, dado que esse quadro gera, potencialmente, não só sérios problemas à saúde do usuário, mas também à sociedade como um todo.

  14. "Lobo mau": analisador da transversalidade entre organização do trabalho & saúde mental?

    OpenAIRE

    Merhy-Silva,Fabiana Nunes

    2008-01-01

    Este trabalho tem por objetivo elucidar a construção do analisador "Lobo-Mau" - expressão utilizada por alguns autores para indicar a atuação da Psicologia-nas-organizações quando atua contra a saúde-mental-dos-trabalhadores, em favor da produtividade-organizacional. Partindo de nossas implicações com as instituições Saúde-do-Trabalhador, Análise-Institucional e Psicodinâmica-do-Trabalho, tomamos a idéia de "Lobo-Mau" como um analisador da transversalidade entre Organização-do-Trabalho e Saúd...

  15. Fronteiras entre duas esferas das atividades sociais: a educação e o trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aparecida Neri de Souza

    2012-03-01

    Full Text Available Como construir análises de determinadas dimensões da realidade social que são tratadas, geralmente, de maneira separada, ora pela sociologia da educação, ora pela sociologia do trabalho? Para responder a esta questão a obra de Lucie Tanguy é examinada. Ao propor a análise crítica sobre um campo de conhecimento que é objeto de debate e de discursos programáticos, é possível relevar as tensões nas quais a educação profissional é objeto. De forma geral, a educação profissional, seja aquela destinada à formação de operários, seja aquela destinada à formação de técnicos, é desconhecida dos sociólogos que estudam a educação escolar. A análise permite romper com certos mitos sobre a formação profissional, entre os quais aqueles que representam a educação como instrumento de reprodução social.

  16. Capacidade para o trabalho entre trabalhadores de enfermagem do pronto-socorro de um hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Duran Erika Christiane Marocco

    2004-01-01

    Full Text Available A transição demográfica e epidemiológica vivenciada no país propiciará, dentro de alguns anos, uma posição mundial de destaque em relação à população idosa. A necessidade de adequação econômica e as conseqüentes alterações na previdência nacional levam à permanência dos trabalhadores no mercado de trabalho por maior período de tempo, influenciando, assim, sua capacidade funcional. O objetivo deste estudo foi avaliar a capacidade para o trabalho entre trabalhadores de enfermagem do Pronto-Socorro de um Hospital Universitário. Participaram do estudo 54 trabalhadores (40 mulheres e 14 homens, com idades entre 23 e 53 anos (média de 37,3 anos. Utilizou-se o Índice de Capacidade para o Trabalho - ICT, instrumento desenvolvido na Finlândia, que apresentou valor médio 42,0. As doenças mais referidas com diagnóstico médico foram: doença músculo-esquelética, cardiovascular, respiratória e neurológica. Salienta-se que a promoção da saúde no trabalho é um dos aspectos fundamentais na manutenção da capacidade para o trabalho.

  17. Contratos, Novas Tecnologias e Produtividade do Trabalho entre os Avicultores do Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Armando Dalla Costa

    2008-01-01

    Full Text Available A avicultura brasileira apresentou nas últimas quatro décadas um conjunto de modificações ligadas à estrutura organizacional que englobam grande parte dos processos produtivos, administrativos e de organização do trabalho. A industrialização do setor teve início na década de 1960, impulsionada pelas empresas estabelecidas no Sul do Brasil, sobretudo a Sadia, Perdigão, Ceval, Frangosul, Aurora, entre outras. A produção passou de 217 mil toneladas em 1970 para 9,2 milhões de toneladas em 2006. Nesse mesmo período, o consumo interno brasileiro passou de 2,3 quilos para 36 quilos por habitante/ano e o preço do quilo de carne no varejo caiu de US$ 4,05 para menos de 1 dólar. Apesar desse forte aumento no consumo do mercado interno, a produção cresceu a ponto de tornar o Brasil o maior exportador mundial de frangos e derivados. Este artigo tem por objetivo analisar a influência dos contratos com os agricultores produtores de frango e as novas tecnologias empregadas nos aviários, ao longo desse tempo, e que tipo de transformações causaram na organização e na dinâmica do trabalho desses agricultores, chamados integrados. Para tanto procedeu-se a uma revisão na literatura e um levantamento junto aos produtores rurais e aos técnicos das empresas que lhes prestam assessoria, para identificar tais transformações. Concluiu-se que os contratos são um elemento-chave na relação com os integrados e que a produtividade no trabalho avançou em função das novas tecnologias e do saber acumulado pelos agricultores.Poultry production in Brazil went through significant changes in the last four decades, which embraced large part of the productive, administrative and labor organization processes. The industrialization of the sector began in the 1960s and 1970s, led by firms from the South of Brazil, including Sadia, Perdigão, Ceval, Frangosul and Aurora, among others. Production rose from 217.000 tons to 9.2 millions tons in this

  18. SINGULARIDADES NO PROCESSO DE TRABALHO ENTRE TÉCNICOS EM SAÚDE BUCAL E CIRURGIÕES-DENTISTAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eunice Assad Galvêas

    Full Text Available Resumo Objetivou-se neste estudo compreender a relação entre técnicos em saúde bucal e cirurgiões-dentistas no trabalho e os fatores que podem favorecer ou dificultar essa relação. Para análise da percepção dos técnicos em saúde bucal sobre os possíveis encontros e desencontros da relação no trabalho com os cirurgiões-dentistas, realizou-se um grupo focal com oito desses trabalhadores do Sistema Único de Saúde de municípios da Grande Vitória, Espírito Santo. A análise de conteúdo temática revelou três categorias: Perfil e mercado de trabalho; Condições de trabalho e infraestrutura; e Formação profissional, processo de trabalho e relação interpessoal. A complexidade do trabalho foi evidenciada, dentro do campo de interesses, poder e resistências, envolvendo tanto os técnicos quanto os cirurgiões-dentistas numa matriz geradora de comportamentos. Também existe forte influência do sistema de formação desses trabalhadores, da infraestrutura e das condições de trabalho e do perfil profissional no processo de trabalho da equipe em saúde bucal. Vislumbrou-se na comunicação a mediação, construindo novos encontros. Considera-se que muitos são os entraves para a relação entre técnicos em saúde bucal e cirurgiões-dentistas no trabalho, e vislumbra-se na comunicação a mediação, construindo novos encontros e representando alternativas para profanação do instituído, com superação dos desafios nas relações de poder.

  19. Da relação entre trabalho e saúde à relação entre trabalho e saúde mental From the relationship between work and health to the relationship between work and mental health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izabel Cristina Ferreira Borsoi

    2007-01-01

    Full Text Available Diante das atuais transformações no mundo do trabalho, tornou-se essencial aprofundar o debate sobre a relação entre trabalho e saúde/saúde mental, bem como sobre o reconhecimento dessa relação, de modo a garantir amparo legal ao trabalhador e, principalmente, trazer subsídios para a busca de mudanças nas situações de trabalho. Este artigo se propõe: discutir este tema, pontuando as dificuldades para se estabelecerem relações entre determinados aspectos do trabalho e o adoecimento; apontar alguns limites e expectativas, bem como a necessidade de diálogos que permitam avançar tanto do ponto de vista teórico como também em relação à aplicação prática dos conhecimentos produzidos. Pretende, enfim, chamar a atenção para o trabalho como categoria fundamental à compreensão da subjetividade e do processo saúde/doença mental.Considering the changes that are taking place nowadays in the world of work, it became essential to deepen the debate on the existing relationship between labor and health/mental health, and also on its recognition, in order to guarantee legal support for workers, and mainly to bring contributions in search of transformations in labor situations. The purposes of this paper are: to argue that topic, pointing out the difficulties of determining connections between certain aspects of work and falling ill; to indicate some limits and expectations, as well as the necessity of interlocutions that enable advances both in theoretical terms and on what concerns to practical application of the knowledge generated. So, this paper intends to put in relief that work is fundamental to understand subjectivity and the mental health/ disease process.

  20. "Lobo mau": analisador da transversalidade entre organização do trabalho & saúde mental?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Nunes Merhy-Silva

    2008-06-01

    Full Text Available Este trabalho tem por objetivo elucidar a construção do analisador "Lobo-Mau" - expressão utilizada por alguns autores para indicar a atuação da Psicologia-nas-organizações quando atua contra a saúde-mental-dos-trabalhadores, em favor da produtividade-organizacional. Partindo de nossas implicações com as instituições Saúde-do-Trabalhador, Análise-Institucional e Psicodinâmica-do-Trabalho, tomamos a idéia de "Lobo-Mau" como um analisador da transversalidade entre Organização-do-Trabalho e Saúde-Mental. Tal analisador permitiu-nos colocar em dia nossas implicações-institucionais com a Análise-Institucional e a Psicodinâmica-do-Trabalho; colocando-se como contra-ponto às abordagens hegemônicas em Saúde-do-Trabalhador e suas formulações-prescritas que têm servido à uma maior exploração da saúde mental do(s trabalhador(es.

  1. Por um diálogo de saberes entre pescadores artesanais, marisqueiras e o direito ambiental do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ingrid Gil Sales Carvalho

    2014-10-01

    Full Text Available O diálogo de saberes entre pescadores artesanais e marisqueiras sobre o direito a um meio ambiente de trabalho saudável se estabelece como um novo processo de reivindicação para as melhorias das condições de trabalho de populações afetadas por problemas ambientais em geral, e especialmente na Baía de Todos os Santos (BTS. As comunidades do entorno da BTS queixam-se ao Ministério Público Estadual dos efeitos danosos à saúde e ao ambiente das indústrias instaladas no Centro Industrial de Aratu e Porto de Aratu. Diversos pesquisadores das áreas de química, toxicologia, oceanografia, biologia e medicina da Universidade Federal da Bahia (UFBA vêm aprofundando estudos sobre os efeitos da contaminação da BTS em variadas publicações científicas. O objetivo deste artigo é refletir sobre a contribuição desse diálogo na área do direito ambiental do trabalho (DAT no Brasil. A metodologia deste estudo envolveu entrevistas semiestruturada, observação participante, análise documental. Conclui-se que legislação ambientalista/trabalhista do Brasil necessita incluir o diálogo de saberes para garantir o acesso a um meio ambiente de trabalho saudável para pescadores artesanais e marisqueiras.

  2. UM ESTUDO DA RELAÇÃO ENTRE O TRABALHO EM EQUIPE E A APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julia Hosana Santos Franco

    2011-06-01

    Full Text Available O artigo apresenta os resultados de pesquisa realizada acerca do trabalho em equipe e aprendizagem organizacional. Na pesquisa, o objetivo geral foi o de analisar as estratégias utilizadas pela gestão com pessoas para incentivar o trabalho em equipe, visando alcançar êxito no processo de aprendizagem no contexto organizacional. O artigo busca responder ao seguinte problema: quais estratégias são utilizadas pela gestão com pessoas para incentivar o trabalho em equipe visando êxito na aprendizagem organizacional? Para o desenvolvimento da pesquisa, recorreu-se ao estudo do caso da empresa BETA S/A, do setor siderúrgico, que resolveu implantar o trabalho em equipe. Nesse sentido, houve a oportunidade de pesquisarmos os desdobramento da prática e suas decorrências sob a ótica dos empregados das diversas áreas. Dentro do estudo foram realizadas 39 entrevistas com líderes e subordinados. Quanto aos resultados, inicialmente, verificou-se que apesar da literatura defender um perfil inovador e estratégico para a área de RH, considerando suas transformações para a valorização do profissional como alternativa para alcançar melhores resultados organizacionais, identificamos que a prática do trabalho em equipe carece de aprofundamento no estudo de suas iniciativas e conseqüências, sendo inclusive de difícil aplicação em qualquer organização.

  3. Educação contra a exclusão: trabalho infantil e abandono escolar: uma realidade entre dois mundos

    OpenAIRE

    Mateus, Maria do Nascimento Esteves; Ribeiro, Maria do Céu

    2009-01-01

    Este trabalho subordinado ao tema “Educação Contra A Exclusão - Trabalho Infantil e Abandono Escolar: Uma Realidade Entre Dois Mundos” teve como objectivo compreender as estratégias que a Escola EB2,3/S D. Afonso III – Vinhais concebeu para manter ou chamar de novo os jovens adolescentes que abandonam a escola em prol de um trabalho infantil ilegal e desqualificado.

  4. Um contraste entre as teorias cognitivas da consciência de Baars e Dennett: o espaço de trabalho global seria um teatro cartesiano?

    OpenAIRE

    Leite, Samuel de Castro Bellini [UNESP

    2013-01-01

    Este trabalho tem como objetivo geral realizar um contraste entre duas teorias cognitivas da consciência, a Teoria do Espaço de Trabalho Global de Bernard Baars (1988) e o Modelo de Esboços Múltiplos de Daniel Dennett (1991). Apesar de Dennett demonstrar apreciação pela Teoria do Espaço de Trabalho Global, sua teoria não aparenta ser muito compatível com a mesma. O objetivo específico deste trabalho é de verificar esta compatibilidade perguntando se as criticas de Dennett ao Teatro Cartesiano...

  5. Debates entre pais e mães divorciados: um trabalho com grupos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Maria Torraca de Brito

    Full Text Available O artigo apresenta dados coletados em pesquisa participativa realizada por meio de grupos de reflexão com pais e mães separados. A investigação teve como objetivo avaliar dificuldades quanto ao exercício da parentalidade após a separação conjugal bem como a possibilidade do uso de grupos de reflexão em tais situações. Destacam-se, no artigo, vivências e queixas de pais e de mães que participaram de cada um dos dois grupos organizados no que diz respeito ao convívio com os filhos após a dissolução conjugal. Conclui-se que a divisão tradicional entre guardiães e visitantes acarreta dificuldades próprias a cada uma das categorias, o que pode ser bem compreendido quando os pais se reúnem para o debate sobre o tema.

  6. A continuidade do uso de anfetaminas por motoristas de caminhão no Estado de São Paulo, Brasil, a despeito da proibição de sua produção, prescrição e uso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcio Garcia de Oliveira

    2013-09-01

    Full Text Available O uso de anfetaminas por motoristas de caminhão com fins ocupacionais é amplamente reconhecido, entretanto, no mês de outubro de 2011, sua produção e uso foram proibidos através de uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA. O objetivo deste estudo foi identificar o uso de anfetaminas entre motoristas de caminhão após a implementação da referida resolução. Uma amostra de conveniência de 427 motoristas de caminhão foi abordada em rodovias do Estado de São Paulo, Brasil, durante o ano de 2012. Os participantes foram solicitados a responder um instrumento de pesquisa estruturado, assim como fornecer uma amostra de urina para avaliar o uso recente de anfetaminas através de análise toxicológica. Entre os motoristas avaliados, 7% fizeram uso recente de alguma substância ilícita, dos quais 2,7% usaram anfetaminas. Aparte a periculosidade associada ao uso de anfetaminas, assim como a despeito da resolução que o regulamenta, esse uso continua entre os motoristas de caminhão. Assim, sugere-se que as autoridades competentes fiscalizem a posse, assim como o uso de anfetaminas no contexto do trânsito.

  7. Enfrentamento de estresse no trabalho: relações entre idade, experiência, autoeficácia e agência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlete Portella Fontes

    Full Text Available Este trabalho constitui um estudo descritivo que investigou as relações entre as estratégias de enfrentamento de estresse no trabalho e o estresse percebido, a idade, o cargo e a experiência de trabalho, mediadas pelas crenças de autoeficácia e de agência, entre 71 líderes de uma companhia. Método: o trabalho incluiu um questionário de dados sociodemográficos, de escalas de avaliação do grau de estresse percebido, do enfrentamento no trabalho, de crenças de autoeficácia e de agência. O grau de estresse percebido foi 7(0-10. As estratégias de controle foram frequentemente utilizadas (M = 3,73 ; DP = ,49, esquiva, algumas vezes (M = 2,07 ; DP = ,50, e manejo de sintomas, raramente (M = 1,86 ; DP = ,44. A autoeficácia foi moderada (3,23, DP= 3,37. Foram encontradas correlações positivas entre experiência de trabalho e autoeficácia (,27, autoeficácia e controle (,53, crenças de agência pessoal e controle e autoeficácia (,67 e ,57, respectivamente. A análise de regressão logística multivariada mostrou que líderes com escores mais altos em estratégias de controle apresentaram escores mais altos em autoeficácia e agência. Conclusão: os resultados apontam o valor da experiência de trabalho, da autoeficácia e da agência para o envelhecimento e o enfrentamento dos estressores de trabalho, principalmente em tarefas que envolvem risco de vida, mostrando que as organizações deveriam valorizar sua mão de obra madura.

  8. Negociações sociais para melhoria das condições de trabalho no setor de teleatendimento: o descompasso entre a posição das empresas e a realidade do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Airton Marinho Silva

    2005-12-01

    Full Text Available Estudou-se a interação entre empresas de teleatendimento ("telemarketing", órgãos públicos interessados em saúde dos trabalhadores, assessorados por pesquisadores universitários, e entidade sindical de telefonistas, apresentando o descompasso entre as medidas tomadas pelas empresas para enfrentar os problemas de saúde dos trabalhadores e a realidade do trabalho. Partindo das manifestações desses atores em inquérito do Ministério Público do Trabalho e de estudos bibliográficos sobre o adoecimento de teleatendentes, analisam-se as posições das empresas em relação aos riscos gerados pelo trabalho em teleatendimento. Conclui-se, baseando-se nas manifestações empresariais, que existe uma posição de negação dos fatores de risco para adoecimento ocupacional dos teleatendentes e, ao mesmo tempo, de enfrentamento das exigências do setor público de proteção ao trabalho, evidenciando insuficiência das ações dos trabalhadores e limites do poder público nesse campo.

  9. Trabalho, conhecimento e sociedade: Breves notas sobre a relação entre ser e consciência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Leonardo Medeiros

    2009-02-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-7984.2008v7n13p265 Numa época em que contradições de toda ordem dominam a vida cotidiana, impondo respostas imediatas para problemas objetivos da maior urgência (tais como o desemprego persistente, a desigualdade social, as guerras, o aquecimento global, a degradação das relações humanas etc., é muito comum que questões como as da relação entre ser e consciência sejam encaradas como mero diletantismo acadêmico. O que se pretende discutir neste espaço é perceber apenas que a difusão do marxismo vulgar muito provavelmente contribuiu para que, com a devida oportunidade histórica, o pensamento idealista, em suas configurações mais recentes, se apropriasse das questões relativas à subjetividade e ao conhecimento, como se, para tratar destas temáticas, fosse imprescindível deixar de lado as indagações sobre o ser. O idealismo reinante nas últimas décadas promoveu a desqualificação do antigo projeto de empregar a razão, o conhecimento, como meio da transformação social. Durante muito tempo, correntes críticas do pensamento social, particularmente as ligadas ao marxismo, conseguiram sustentar a tese de que o trabalho seria exatamente a categoria adequada para dar início ao processo de conhecimento necessário para reconstituir no pensamento os aspectos mais importantes da realidade social. A centralidade do trabalho decorreria, antes de tudo, do fato de ser a própria existência social dependente desta atividade, que, no sentido amplo aqui assumido, reúne o conjunto de ações destinadas a produzir e reproduzir as condições de subsistência (social da espécie humana.

  10. DIÁLOGO ENTRE PESQUISAS CORRELACIONADAS SOBRE AS CONDIÇÕES DE TRABALHO DOCENTE NOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio José Fernandes Ricardo

    2017-03-01

    Full Text Available O presente artigo tem por objetivo dialogar sobre as condições de trabalho docente nos anos finais do Ensino Fundamental, tendo como referência quatro pesquisas realizadas no período compreendido entre 2007 e 2014, encontradas durante o balanço das produções (busca de pesquisas correlacionadas. Além de alertar sobre a escassez de pesquisas sobre a temática condições de trabalho docente nos anos finais do Ensino Fundamental, quando comparadas, as pesquisas apresentam diferenças e semelhanças, evidenciando aspectos recorrentes na rotina diária de professores que atuam em escolas municipais e estaduais de diferentes regiões do Brasil. A partir da leitura das quatro pesquisas e dos resultados por elas apresentados, é possível identificar aspectos recorrentes, como a desvalorização docente, a intensificação do trabalho docente e a flexibilização dos contratos de trabalho, características que se relacionam com a precarização das condições de trabalho docente. Entre os referenciais escolhidos para embasar teoricamente o diálogo proposto, citamos André (2010, Frigotto (2010, Oliveira e Assunção (2010, Borges (2010, Fernandes e Helal (2010 e Marin (2010

  11. Contexto de Trabalho: Uma Investigação entre Professores e Técnicos Administrativos de uma Instituição Federal de Ensino Superior.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos André Corrêa de Mattos

    2015-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é analisar o contexto de trabalho de um instituto que compõe uma instituição federal de ensino superior. Esse aspecto da atividade profissional reúne um conjunto de estratégias que possibilitam a mediação do trabalho, e compreendê-lo pode contribuir para criar condições que promovam um ambiente laboral moderno, produtivo e que proporcione bem-estar aos trabalhadores. A pesquisa de caráter exploratório e descritivo utilizou o questionário como instrumento de coleta de dados, que foi organizado em três dimensões - Organização do Trabalho (OT, Condições de Trabalho (CT e Relações Socioprofissionais do Trabalho (RSP - conforme proposto por Ferreira e Mendes (2008. Este questionário foi aplicado em pesquisa de campo com a participação de 61 entrevistados em amostragem probabilística aleatória simples. O tratamento dos dados utilizou estatística descritiva e não paramétrica (Mann-Whitney para sistematizar as informações. A avaliação geral revelou que as Relações Socioprofissionais do Trabalho (RSP representaram a melhor dimensão do contexto de trabalho do instituto. A investigação identificou diferenças significativas entre a percepção de professores e técnicos administrativos, principalmente quanto ao ritmo de trabalho, utilização do material de consumo e presença de conflitos e disputas no ambiente de trabalho.

  12. Ideologia e interpretação jurídica: o direito do trabalho entre a crítica e a hermenêutica

    OpenAIRE

    Macedo, Vandré Sesti

    2013-01-01

    A presente dissertação trata sobre a interpretação jurídica no direito do trabalho brasileiro, diante da difícil relação entre as noções de ideologia, subjetividade e discricionariedade jurídica. Procura, especificamente, pensar nas repercussões destas três noções no ato de interpretar ou de decidir no direito do trabalho brasileiro, a partir das perspectivas da fenomenologia hermenêutica, hermenêutica filosófica e da teoria crítica da ideologia. Pauta-se, nesse contexto, no problema de como ...

  13. Cochilos durante o trabalho noturno, necessidade de recuperação após o trabalho e percepção da fadiga entre profissionais de enfermagem

    OpenAIRE

    Aline Silva da Costa

    2010-01-01

    Introdução: A privação do sono noturno decorrente da atuação dos profissionais de enfermagem em plantões noturnos pode levar a queixas de fadiga e a dificuldade de recuperação após trabalho. No entanto, a permissão para dormir durante a jornada noturna, tem sido comum entre as equipes de enfermagem. Objetivo: Verificar se a ocorrência dos cochilos no trabalho, bem como a sua duração, eficiência, latência, alocação e qualidade subjetiva, estão associadas à necessidade de recuperação após o tra...

  14. A Relação entre as condições de trabalho e saúde dos estudantes trabalhadores

    OpenAIRE

    Pereira, Marcia Silva; Macuch, Regiane da Silva; Bortolozzi, Flavio; Bertolini, Sonia Maria Marques Gomes; Antunes, Mateus Dias

    2017-01-01

    O objetivo deste estudo foi correlacionar condições de saúde às de trabalho de estudantes universitários trabalhadores a partir de uma revisão de literatura com a finalidade de sugerir ações promotoras de saúde. A pesquisa realizou-se por meio de revisão de literatura e pesquisa de campo, em que discute e analisa a relação entre as condições de trabalho e a saúde dos estudantes trabalhadores. O tempo de estudo escasso, a carga horária de trabalho associada e as horas insuficientes de descanso...

  15. Inserção no mercado de trabalho e uso de drogas entre escolares de duas cidades de médio porte do sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Poletto

    2015-06-01

    Full Text Available Objetivo O início do consumo de drogas ocorre, geralmente, na adolescência. Entre os fatores associados a esse comportamento, está o trabalho. Este artigo analisa a associação entre a inserção no mercado de trabalho e o uso no ano de álcool, tabaco, maconha e cocaína, em uma amostra de 1.961 escolares de dois municípios de médio porte do Rio Grande do Sul. Métodos Foram estimadas razões de prevalência brutas e ajustadas, primeiramente, para sexo e idade e, posteriormente, para sexo, idade e supervisão do uso de internet no domicílio. Resultados Na análise bruta, a associação com a inserção no mercado de trabalho foi significativa para uso no ano de álcool, tabaco, maconha e cocaína. Na estimativa de razões de prevalência ajustadas para sexo e idade, apenas a associação com uso no ano de tabaco se manteve e desapareceu ao ajustar também para a variável de supervisão parental do uso da internet. Conclusões O fato de a associação não se manter após a análise ajustada indica que, entre escolares, portanto, adolescentes ainda vinculados à escola, inserção no mercado de trabalho e uso no ano daquelas substâncias se expandem de modo semelhante, mas muito mais influenciados pelo avanço da idade, por especificidades de gênero e de acordo com modelos de cuidado no ambiente doméstico.

  16. O processo de trabalho de enfermagem: a cisão entre planejamento e execução do cuidado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Peduzzi

    2002-08-01

    Full Text Available Este artigo temos objetivos de caracterizar o processo de trabalho do enfermeiro e do auxiliar de enfermagem e de analisar contradições existentes no trabalho de enfermagem. Toma como referencial teórico os estudos do processo de trabalho em saúde e em enfermagem e a teoria do agir comunicativo. Com base no método qualitativo de pesquisa, o material empírico foi coletado através de entrevista semi-estruturada com enfermeiros, auxiliares de enfermagem e médic os de uma mesma equipe de trabalho, em um hospital de ensino. A análise foi realizada por meio da técnica de impregnação e da identificação de núcleos temáticos interpretados com base em categorias analíticas do quadro teórico. Os resultados mostram contradições tais como a cisão entre planejamento e execução do cuidado e a ausência de apropriação do saber de enfermagem por parte dos agentes que executam majoritariamente o cuidado.

  17. Resiliência no trabalho: uma análise comparativa entre as teorias funcionalista e crítica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana de Azevedo Vieira

    Full Text Available Resumo A resiliência foi um termo que começou a ser empregado no contexto organizacional no final dos anos 1990; porém, atualmente, é exigida como uma forma de competência ou um “perfil” para determinada vaga de emprego no mercado de trabalho. Na mesma época, surgiu uma linha de pesquisa que tem papel fundamental em analisar as relações de trabalho com foco no indivíduo e em seu universo subjetivo, questionando as ideias funcionalistas que predominavam há anos no contexto das organizações. Partindo dessa ideia, este trabalho tem como objetivo interpretar o conceito de resiliência na literatura com foco no universo subjetivo do trabalhador. Para isso, foi realizada uma investigação sobre os fatores internos e externos e suas influências na forma de pensar e agir (subjetividade dos trabalhadores com foco no conceito de resiliência. Esta pesquisa foi de cunho qualitativo, exploratório e descritivo quanto aos fins e bibliográfico quantos aos meios, tendo sido analisados 59 trabalhos publicados no período de 1999 a 2014. Os resultados revelaram que o conceito de resiliência, na perspectiva funcionalista, continua dominante no discurso organizacional.

  18. A estratégia de "redução" e a carga de trabalho dos coletores de lixo domiciliar de uma grande cidade: estudo de caso baseado na Análise Ergonômica do Trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Campos Vasconcelos

    Full Text Available Este trabalho descreve a utilização do método de "redução" como estratégia de trabalho desenvolvida pelos coletores de lixo ("garis" de uma grande cidade e seus reflexos na organização e na carga de trabalho. O método de "redução" consiste de atividade preparatória à coleta de lixo por meio da formação de "estoques intermediários" antes do carregamento nos caminhões. O trabalho dos garis foi estudado utilizando-se a metodologia da Análise Ergonômica do Trabalho (AET, complementada por avaliações de esforço físico. Quanto à organização do trabalho, verificou-se que, ao utilizarem esta estratégia, os garis trabalham em ritmo mais cadenciado, conseguem executar melhor as tarefas de separação do lixo, como os sacos plásticos contendo vidros, podem interagir entre eles e estabelecer relações amistosas com os cidadãos sobre melhores práticas de acondicionamento do lixo. Em relação à segurança e à saúde, ao utilizarem este método, os garis ficam menos sujeitos a riscos de cortes, atropelamentos, quedas e desavenças com motoristas no trânsito, além de realizarem o trabalho com menos esforço físico. Concluiu-se que a utilização da "redução" não apenas diminui o esforço físico e a exposição a riscos de acidentes, mas também melhora a qualidade da coleta de lixo domiciliar.

  19. A FORMAÇÃO HUMANA ENTRE O CONCEITO E A EXPERIÊNCIA DO TRABALHO: ELEMENTOS PARA UMA PEDAGOGIA DA ATIVIDADE

    OpenAIRE

    Cunha, Daisy Moreira; Schwartz, Yves

    2012-01-01

    A idéia de que trabalhar educa está presente no ideário pedagógico brasileiro configurando formas institucionais, práticas pedagógicas e reflexões teóricas. A tese interroga as dimensões educativas da experiência de trabalho e com tal propósito não poderia negligenciar investimentos práticos entre o pólo da gestão do trabalho, o pólo do mercado e o pólo da politéia onde se inscrevem as normas educativas. Analisando recente evolução histórica das políticas educacionais oficiais pudemos constat...

  20. GERÊNCIA DE ESCOPO E TEMPO NO PROJETO DO SISTEMA DE INTEGRAÇÃO ENTRE ALUNOS, EGRESSOS, INSTITUIÇÕES E MERCADO DE TRABALHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Etelvira Cristina Barreto Rangel Leite

    2011-01-01

    Full Text Available Gerência de Projetos é utilizada de forma constante pelas organizações para planejar, executar e monitorar os seus projetos. Várias metodologias podem ser utilizadas para garantir o sucesso de um projeto e as principais restrições (escopo, tempo, custo e qualidade de projetos devem ser acompanhadas. Este artigo aborda a elaboração e implantação da gerência em duas das suas principais restrições, gerência de escopo e gerência de tempo. São elaborados os planejamentos de escopo e tempo no projeto do Sistema de Educação e Trabalho (SIET, cujo objetivo principal é promover a integração entre instituição, alunos/egressos e mercado de trabalho.

  1. O riso-alegria e a 'capacidade negativa' : aproximações entre riso, alegria e pensamento a partir do trabalho dos doutores da alegria

    OpenAIRE

    Johana Barreneche-Corrales

    2013-01-01

    Resumo: Para W. R. Bion, psicanalista inglês, pensar é diferente do conhecer; pensar é "pensar as emoções" e só somos capazes de pensar na medida em que toleramos as frustrações. A partir do trabalho dos Doutores da Alegria com crianças hospitalizadas e sob a teoria psicanalítica de Bion, "Capacidade Negativa", nos debruçamos sobre possíveis cruzamentos entre riso, alegria e pensamento. Riso e alegria são emoções que permitem passagens, certa compreensão. Acontecem, às vezes, de maneira plura...

  2. Memória de trabalho e função executiva – uma proposta de diálogo entre dois modelos teóricos

    OpenAIRE

    Melo, Luciene Bandeira Rodrigues de

    2011-01-01

    A classificação de função executiva, que corresponde a um sistema gerenciador que tem como atributo organizar uma sequência de ações a fim de atingir um objetivo, tem sido amplamente estudada por dois conceituados autores, quais sejam, Joaquin Fuster e Alan Baddeley. O objetivo deste trabalho teórico é propor uma fusão entre as ideias destes dois neurocientistas. Fuster postulou que a função executiva opera por meio de redes neurais interativas e sobrepostas (cógnitos), distribuídas nos córti...

  3. Notas etnográficas sobre prostituição masculina em Florianópolis: entre o trabalho, o afeto e a sexualidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia C. Barreto

    2013-03-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2178-4582.2012v46n2p511 Objetivamos compreender como se articulam trabalho, afeto e sexualidade na vida de homens que se prostituem na região central de Florianópolis/SC, utilizando métodos como observação, conversas informais, entrevistas semi-estruturadas e registro em diários de campo. Observamos que existem limites simbólicos entre as categorias,mas esses são reconstruídos e ressignificado sem função da relação estabelecida com clientes, parceiros, parentes e com a prostituição. O trabalho pode ser ocultado de familiares, mas usufruem dos seus rendimentose estão presentes nos espaços, nas entrevistas ou em tatuagens. Relações com clientes podem ser carinhosas, afetuosas e prazerosas enquanto as com parceiros se tornarem mais mecânicas e performáticas. O aprendizado de técnicas no trabalho agrega prazer às relações com parceiros e o carinho pelo cliente pode assegurar a satisfação da clientela. Noções tradicionais sobre relacionamentos afetivos e sexuais são simultaneamente reiteradas, como na dicotomia afetividade/passividade, e questionadas, como em concepções reinventadas sobre a traição.

  4. Relação entre percepção de justiça organizacional e satisfação no trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilse Maria Beuren

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: O estudo objetiva verificar a relação da percepção de justiça distributiva de recompensas, distributiva de tarefas, processual, interpessoal e informacional com a satisfação no trabalho. Método: Pesquisa de levantamento foi realizada com funcionários de prestadoras de serviços contábeis, obtendo-se 140 questionários válidos. A percepção de justiça foi analisada nas perspectivas distributiva das recompensas, distributiva das tarefas, processual, interpessoal e informacional. A satisfação no trabalho foi analisada em relação aos colegas, salário, chefia, o trabalho em si e promoções. Resultados: As correlações evidenciam fortes associações entre todas as dimensões de justiça. Os escores de percepção de justiça e de satisfação de alguns respondentes foram baixos, sendo que a maior percepção de justiça encontra-se na dimensão interpessoal, enquanto o maior nível de satisfação é com a chefia. As percepções de justiça e satisfação não foram afetadas por diferenças de gênero, idade, tempo de casa e metas. Entretanto, diferenças foram observadas no que concerne ao recebimento de remuneração variável. Contribuições: O estudo contribui para o refinamento teórico, ao analisar associações entre cinco dimensões de justiça e cinco categorias da satisfação no trabalho. Geralmente as percepções de justiça são analisadas em apenas três dimensões principais e a satisfação no trabalho é capturada no seu aspecto geral.

  5. Trajetórias de local de moradia, estudo e trabalho dos jovens brasileiros entre 2003 e 2011: uma análise de entropia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Dumont Oliveira

    2016-04-01

    Full Text Available Diversos estudos mostram que, em vários países, incluindo o Brasil, o período que os jovens permanecem na casa dos pais aumentou constantemente entre 1970 e 2000. O presente trabalho analisa a decisão dos jovens de sair da casa dos pais, a saída da escola e a entrada no mercado de trabalho, com o objetivo de identificar se o bom desempenho da economia brasileira entre 2003 e 2011 promoveu a aceleração dessas transições para a vida adulta. Utilizando os microdados da PNAD, calculou-se a proporção de jovens de 15 a 34 anos de áreas metropolitanas que moram com os pais, que estudam e que trabalham. Em seguida, utiliza-se a análise de entropia com o objetivo de analisar essas três dimensões conjuntamente. Os resultados sugerem uma quebra com o paradigma do prolongamento da juventude amplamente discutido nas últimas décadas: houve uma aceleração da transição para a vida adulta no período analisado.

  6. PERFIL DO PROFISSIONAL CONTÁBIL: RELAÇÕES ENTRE FORMAÇÃO E ATUAÇÃO NO MERCADO DE TRABALHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdir Nogueira

    2007-05-01

    Full Text Available ResumoEste artigo aborda as relações entre o perfil do profissional da contabilidade, a formação dos acadêmicos e o mercado de trabalho. O objetivo foi refletir sobre qual perfil, apontado pelos profissionais que atuam no campo da contabilidade, docentes e acadêmicos, está à demanda do mercado de trabalho. Na pesquisa de campo buscou-se, além dos fundamentos teóricos, a coleta de dados por meio de entrevistas com profissionais da contabilidade, professores e acadêmicos de 3ª e 4ª fases – primeiro semestre/2005 do Centro Universitário de Jaraguá do Sul – UNERJ. Percebeu-se, entre outros fatores, a importância da especialização e da formação continuada para responder a demanda do atual mercado de trabalho, que se apresenta cada vez mais exigente e competitivo. ABSTRACT This article deals to the relations among accountant profile, academic formation and labor market. The focus was to think of which profile, pointed out by accountants, professors and academics, is the demand in the labor market. The research focused, beyond theoretical principles, the data gathering by interviews with accountants, professors and academics from the 3rd and 4th phases - first semester/2005 from Centro Universitário de Jaraguá doSul -UNERJ. This paper presented, beyond other issues, the importance of specialization and continuous academic formation in order to attend to the current labor market demand, which is more and more competitive and challenging.

  7. Qualidade de vida, locus de controle e equilibrio entre esforço e recompensa no trabalho em profissionais de uma empresa de tecnologia da informação

    OpenAIRE

    Luciana Negri Teixeira Provazi

    2007-01-01

    Resumo: Objetivo: Avaliar qualidade de vida, locus de controle e percepção de equilíbrio entre esforço e recompensa no trabalho em profissionais de informática. Método: Noventa e nove profissionais foram submetidos aos instrumentos: Questionário de Qualidade de Vida Profissional; Escala de Locus de Controle no Trabalho; e Questionário de Desequilíbrio entre Esforço e Recompensa. Resultados: No âmbito da qualidade de vida no trabalho, os sujeitos com cargo de líder apresentaram carga de trabal...

  8. Múltiplos comprometimentos no trabalho: um estudo entre trabalhadores de organizações agrícolas do polo de fruticultura irrigada de Juazeiro/Petrolina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Virgílio Bittencourt Bastos

    2009-08-01

    Full Text Available Os estudos de comprometimento, dentro de uma perspectiva multidimensional, investigam como os indivíduos articulam seus diversos focos de compromisso e os diferentes processos psicológicos que embasam seus vínculos. Apoiado nesta perspectiva, o presente estudo toma como campo de análise organizações agroindustriais do polo Juazeiro/Petrolina, pelo que estas representam de inovação tecnológica e organizacional no contexto agrário nordestino, e descreve os níveis de comprometimento dos trabalhadores com o trabalho, com a organização empregadora e a natureza afetiva e instrumental desse vínculo com a organização. Trata-se de um estudo extensivo de corte transversal, em 32 organizações, envolvendo uma amostra de 919 trabalhadores. Os dados foram coletados por meio de entrevistas estruturadas, compostas por escalas Likert de sete pontos, realizando-se, posteriormente, análises descritivas e análises de variância com o auxílio do programa SPSS. Foram encontrados elevados níveis de comprometimento entre os dois focos (6,42 – trabalho e 5,83 – organização e as duas bases (5,30 – afetiva e 5,22 – instrumental estudadas. Tais achados devem ser interpretados à luz das relações de trabalho, dos padrões culturais que embasam a relação dos indivíduos com seu trabalho e seus empregadores e do contexto socioeconômico da região.

  9. TRABALHADORAS RURAIS E LUTA PELA TERRA: INTERLOCUÇÃO ENTRE GÊNERO, TRABALHO E TERRITÓRIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Franco Garcia

    2011-11-01

    Full Text Available A construção de relações de gênero nos territórios de luta pela terra (assentamentos e acampamentos, dos trabalhadores e trabalhadoras rurais no Brasil, só pode ser compreendida a partir da processualidade social que os define. As funções sociais das trabalhadoras acampadas mudam uma vez que se transformam em assentadas, o que repercute diretamente na redução do seu espaço político e social. A preocupação que permeia esta interlocução radica na necessidade de desvendar processos estruturais e locais da divisão social e sexual do trabalho, que criam e reproduzem a ideologia hegemônica que por sua vez, direcionam as relações de gênero, com o objetivo de manter o status quo do controle social.

  10. Acidentes de trabalho no Brasil entre 1994 e 2004: uma revisão Work-related accidents in Brazil from 1994 to 2004: an overview

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Santana

    2005-12-01

    Full Text Available Neste estudo sintetizam-se achados epidemiológicos sobre acidentes de trabalho fatais e não-fatais para populações brasileiras, entre 1994 e 2004, período pós II Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador. Os estudos foram identificados em pesquisa nas bases Scielo e Medline, limitando-se a trabalhos completos disponíveis. Verificou-se que embora o coeficiente de mortalidade por acidentes de trabalho seja elevado, entre 1990 e 2003 caiu 56,5%. Todavia, a letalidade aumentou (0,18% em 1970 para 1,07% até 1999, quando passou a declinar (0,70% em 2003. A incidência cumulativa anual de acidentes de trabalho não-fatais também vem reduzindo, mas discretamente, em especial, para os menos graves. Não houve alteração para os acidentes incapacitantes. Pesquisas populacionais mostram que a incidência cumulativa anual varia entre 3% e 6%. Trabalhadores rurais têm o dobro do risco do que os de área urbana. A construção civil, indústria da celulose, serviços domésticos estão entre os grupos de maior risco para acidentes não-fatais. A subnotificação de óbitos se concentrou entre 70% e 90%. Indica-se a necessidade de uma redefinição das políticas de proteção ao trabalhador tomando como base o conhecimento produzido sobre este evitável problema de saúde.This study summarizes epidemiological findings about fatal and nonfatal occupational accidents in Brazilian populations, from 1994 to 2004, period after the 2nd National Conference of Workers’ Health. The studies were identified in the Scielo and Medline, limited to full-text publications. The occupational accidents mortality is high, but from 1990 to 2003 it decreased 56.5%. However, the letality elevated from 0.18% in 1970 to 1.07% in 1999, when started to decline (0.70% in 2003. The annual cumulative incidence of nonfatal work-related accidents, CI, is also decreasing in this period, although less dramatically, particularly for those of minor severity. No temporal

  11. Trabalho e educação entre jovens de 15 a 29 anos residentes no campo: desafios à ampliação da escolaridade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robson dos Santos

    Full Text Available Resumo: Este artigo compara as distintas formas de inserção no mundo do trabalho de jovens entre 15 e 29 anos de idade residentes no campo e respectivas características educacionais. A base de dados para a investigação foi a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Pnad/IBGE, relativa aos anos de 2004 e de 2014. A análise recorreu às estatísticas descritivas, com base nas quais busca explorar relações entre as diferentes formas e etapas de inserção laboral e as condições educacionais dos sujeitos. As análises apontaram a existência de associações entre o tipo de inserção laboral, a idade em que ela ocorre e os anos de estudo acumulados pelos sujeitos que vivem no campo.

  12. Formação Continuada e suas implicações: entre a lei e o trabalho docente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia Karam Corrêa de Magalhães

    2015-04-01

    Full Text Available Este artigo discute questões relativas à formação de professores, com ênfase na formação continuada, a partir da análise das Metas 15 e 16 do Plano Nacional de Educação - PNE 2014-2024, anexo à Lei 13005/14, evidenciando a influência da LDB 9.394/96, das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena e da Rede Nacional de Formação Continuada de Professores. Nossa análise está ancorada no pressuposto de que a formação continuada é condição necessária no processo de formação ao longo da carreira, mas não suficiente para o pleno exercício da docência garantida pela formação inicial de qualidade. Defendemos que o trabalho docente afiance ao professor autonomia em suas práticas pedagógicas, voltadas para o desenvolvimento intelectual, cultural e científico, de caráter emancipatório, buscando superar a concepção dualista e economicista da educação.

  13. A prática do trabalho infantil entre os beneficiários do Programa Bolsa-Escola Belo Horizonte: um estudo sobre os determinantes sociodemográficos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle dos Santos Diniz

    2012-03-01

    Full Text Available O trabalho infantil atinge mais de cinco milhões de crianças e adolescentes no Brasil e é atribuído principalmente à pobreza. Este artigo tem por objetivo estudar as características das famílias com e sem registro de trabalho infantil inscritas no Programa Bolsa-Escola de Belo Horizonte e comparar os dois grupos para se detectar fatores possivelmente associados ao trabalho infantil. Foi realizado estudo transversal com 9.252 famílias participantes do programa, de 2003 a 2006, com enfoque nas características do domicílio, da mãe e da família. Entre as 9.252 famílias estudadas, 1.293 (13,9% apresentaram registro de trabalho infantil. Observou-se relação positiva entre a ocorrência de trabalho infantil e o maior número de pessoas na casa, ausência do cônjuge no domicílio, baixa escolaridade da mãe e inserção trabalhista da mãe. Apesar da consolidação do programa, o trabalho infantil continua presente entre os bolsistas. Além da pobreza, outros fatores podem contribuir para o trabalho infantil.

  14. ASPECTOS DA MICROESTRUTURA DE VOCABULÁRIOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS: A NECESSIDADE DE UM TRABALHO CONJUNTO ENTRE TERMINÓLOGOS/LINGÜISTAS E ESPECIALISTAS.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosiane Cristina Gonçalves Braga

    2016-01-01

    Full Text Available Este texto analisa as definições e o sistema de remissivas de três termos de dois dicionários especializados na área de telefonia. Para tanto, examina os enunciados definicionais à luz do que rege as normas ISO 1087 e 704 e verifica a rede de remissivas e sua eficiência, salientando a importância das remissões para a reorganização do saber da área por parte do consulente. Por fim, enfatiza a necessidade e sucesso do trabalho conjunto entre terminólogos lingüístas e especialistas das áreas na produção de dicionários especializados. Palavras-chave: definição, sistema de remissivas, dicionário especializado

  15. Congruência (e incongruência entre valores percebidos e nível gerencial: o caso de uma cooperativa de trabalho médico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rebeca Ribeiro de Barcellos

    2011-04-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é o de apresentar os dados de uma pesquisa que buscou investigar a congruência dos valores organizacionais de uma cooperativa de trabalho médico entre os seus níveis gerenciais tendo em vista as transformações por que passou a organização nos últimos anos. A pesquisa desenvolvida foi essencialmente qualitativa. A idéia principal do trabalho centrou-se nas percepções dos colaboradores de diferentes níveis gerenciais acerca dos valores organizacionais. A principal fonte de dados foram entrevistas semi-estruturadas coletadas no período de maio a julho de 2008. A população da pesquisa consistiu em dezenove pessoas que ocupavam cargos em níveis gerenciais no momento do desenvolvimento do trabalho. Os dados foram analisados por meio da análise de conteúdo das entrevistas. Foram identificados na pesquisa três valores percebidos pelos indivíduos: importância dos clientes, importância dos cooperados e importância dos colaboradores, os quais foram desmembrados em subcategorias de valor. A pesquisa encontrou uniformidade na percepção das subcategorias de valores organizacionais vinculados à importância dos clientes e à importância dos cooperados. Entretanto, foram observadas incongruências no que tange à importância dos colaboradores. Muitos dos valores encontrados refletem as transformações em função da empresarização da organização.

  16. Cultura de aprendizagem contínua, atitudes e desempenho no trabalho: uma comparação entre empresas do setor público e privado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia de Souza Costa Neves Cavazotte

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo:Este artigo investiga a relação entre cultura de aprendizagem contínua, percepção de oportunidades de crescimento e desempenho individual, comparando empresas do setor público e privado. O trabalho se baseia em teorias que propõem que crenças compartilhadas sobre o apoio à aprendizagem no contexto organizacional são um importante fator situacional que pode influenciar as atitudes de funcionários e seu desempenho no trabalho. Foi realizada uma pesquisa de natureza quantitativa, por meio de questionários respondidos por funcionários da força de vendas de três organizações distintas, principais competidoras em um mesmo mercado, sendo duas delas empresas privadas e uma pública. Os resultados sugerem que a aprendizagem contínua está mais presente na cultura das empresas privadas, e está significativamente relacionada com a percepção de oportunidades de crescimento e com o desempenho.

  17. Saúde e mercado de trabalho no Brasil: diferenciais entre ocupados agrícolas e não agrícolas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Gori Maia

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabalho analisa as diferenças no estado de saúde entre e dentro dos grupos de ocupados agrícolas e não agrícolas no Brasil, utilizando medidas de autoavaliação do estado de saúde captadas no suplemento da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 2008. As análises baseiam-se na composição socioeconômica dos ocupados agrícolas e não agrícolas e nas estimativas de equações simultâneas para captar as relações não lineares entre saúde, renda e jornada de trabalho. Um dos pressupostos do trabalho é que a baixa prevalência de saudáveis entre os ocupados agrícolas estaria associada, sobretudo, à composição socioeconômica desse grupo, e não à maior insalubridade a que os ocupados das atividades agrícolas estariam submetidos em condições socioeconômicas semelhantes às dos não agrícolas. Analogamente, a desigualdade no estado de saúde seria menor entre os ocupados agrícolas devido aos hábitos mais homogêneos, não só no que se refere ao tipo de atividade, mas também em relação à qualidade de vida e ao acesso a uma série de itens de consumo, típico das localidades menos desenvolvidas onde as atividades agrícolas prevalecem.This paper analyzes differences of health conditions between and within agricultural and non-agricultural workers in Brazil. Self-reported health measures of the Health Supplement of Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD, from 2008, are used. Results are based on the description of the socioeconomic characteristics of each group of employees and on estimates of a simultaneous equation to measure non-linear relations between health conditions, income and work hours. The main hypothesis is that the lower prevalence of workers with good health among agricultural workers is mainly due to socioeconomic characteristics of this group and not necessarily to higher insalubrious conditions that such workers would be submitted to in equivalent socioeconomic conditions

  18. A imagem da psicologia organizacional e do trabalho entre estudantes de psicologia: o impacto de uma experiência acadêmica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Virgílio Bittencourt Bastos

    Full Text Available Embora a Psicologia organizacional e do trabalho seja a segunda área de escolha de exercício profissional, os cursos de Psicologia, na sua maioria, ainda não a contemplam em toda a sua complexidade e dinâmica de transformação. Com isso, fortalecem-se esquemas cognitivos que representam esse campo de atuação profissional de forma limitada. O objetivo deste estudo foi o de caracterizar a imagem da Psicologia organizacional entre os estudantes de Psicologia e avaliar o impacto de uma experiência acadêmica sobre a mesma. A amostra consistiu de 150 alunos da única disciplina obrigatória do currículo relacionada à área, que responderam a um questionário aberto na primeira e na última semana do curso, no qual se pedia que escrevessem, espontaneamente, os conceitos e idéias que a área lhes evocava. Os resultados revelam alterações significativas na imagem, no início e no final do curso. Além de uma visão ampliada, os conteúdos evocados se tornaram mais positivos ao final do curso. Esses resultados apontam mudanças nos esquemas cognitivos dos estudantes, congruentes com as características e a filosofia que estruturavam a disciplina.

  19. Aleitamento materno exclusivo entre trabalhadoras com creche no local de trabalho Exclusive breastfeeding among working women with free daycare available at workplace

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Duarte Osis

    2004-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar os fatores relacionados à decisão das mulheres em amamentar e a duração planejada e, de fato observada, do aleitamento exclusivo entre trabalhadoras que dispõem de creche na empresa. MÉTODOS: Estudo qualitativo no qual se comparou um grupo de 15 trabalhadoras cujos bebês estavam sendo alimentados apenas com leite materno quando começaram a freqüentar a creche da empresa com outro similar que incluía mulheres cujos bebês que, ao ingressar, já estavam recebendo, além do leite materno, outros alimentos. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas e grupos focais. RESULTADOS: Evidenciaram-se como fatores relacionados à decisão de iniciar a amamentação e mantê-la ao retornar ao trabalho: o desejo de amamentar, embasado no valor que as mulheres dos dois grupos atribuíam ao aleitamento materno, bem como seus maridos e outras pessoas significativas (por exemplo: mãe, irmã, amigas. A duração do aleitamento exclusivo relacionou-se principalmente à orientação do pediatra que cuidava do bebê, que foi distinta em cada um dos grupos estudados. CONCLUSÃO: A existência da creche no local de trabalho aparece como elemento relevante para a manutenção do aleitamento após a licença de maternidade, especialmente o materno exclusivo. A decisão sobre quanto tempo amamentar de forma exclusiva esteve relacionada às informações recebidas acerca do assunto antes e durante a gestação, e no pós-parto. A diferença entre os dois grupos estudados foi que as mulheres que mantiveram o aleitamento exclusivo por quase seis meses acreditavam que quanto mais tempo dessem somente o leite materno, mais benefícios o bebê teria, enquanto as mulheres do outro grupo acreditavam que três meses de aleitamento exclusivo eram suficientes.OBJECTIVE: To investigate factors related to the decision of exclusive breastfeeding, and the planned and the actual duration among working women with free daycare available at workplace

  20. MEDIAÇÃO ENTRE A ESCOLA E O NOVO MUNDO DO TRABALHO NA FORMAÇÃO DE TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José dos Santos Souza

    Full Text Available Resumo Este artigo tem como objeto de análise a mediação entre a escola e o mundo do trabalho na formação de técnicos de nível médio em instituições de ensino vinculadas à Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica brasileira que se materializa prioritariamente por meio das atividades de estágio supervisionado. Seu objetivo é explicitar em que aspecto a mediação entre a escola e o mundo do trabalho tem sido pervertida pela lógica mercantil, deslocando a atividade de estágio supervisionado do campo pedagógico para o campo da intermediação de força de trabalho, conferindo-lhe o caráter de trabalho precário. Trata-se de uma pesquisa básica, de análise qualitativa, que apresenta como resultado a distinção das concepções e práticas de estágio supervisionado em duas categorias. A primeira se insere na perspectiva de formação interessada e imediatista e a outra se insere na perspectiva de formação unitária. O autor aponta a predominância da perspectiva de formação interessada e imediatista nas ações e concepções de mediação entre escola e mundo do trabalho, o que corrompe as atividades de estágio supervisionado, conferindo-lhe características próprias de trabalho precário.

  1. Mudando o foco: um estudo exploratório sobre uso de drogas e violência no trabalho entre mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro, Brasil

    OpenAIRE

    David, Helena Maria Scherlowski Leal; Caufield, Catherine

    2005-01-01

    Este é um estudo exploratório para o mapeamento de fatores envolvidos na relação entre uso de drogas lícitas e ilícitas e violência no trabalho, em um grupo de mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro. Para este estudo foi utilizada uma abordagem quantitativa descritiva e analítica, e também abordagem qualitativa a partir de entrevistas aprofundadas com mulheres que sofrem ou haviam sofrido situações de violência no trabalho, utilizando a metodologia do Discurso do Sujeito C...

  2. Mercado de trabalho invisível : a articulação entre o trabalho no mercado informal, o emprego e o desemprego na trajetória de trabalhadores

    OpenAIRE

    Katia Ackermann

    2007-01-01

    Esta pesquisa teve como ponto de partida o reconhecimento da existência de parcelas da população que sempre tiveram que recorrer ao mercado informal de trabalho para garantir sua sobrevivência. No Brasil, o emprego nunca foi pleno, diferentemente da Europa, onde houve, de fato, a construção de um Estado de bem-estar social. A partir da década de 1980, a reestruturação produtiva e a intensificação liberal provocaram não somente a diminuição de postos de trabalho formais, mas também crescente f...

  3. Adaptabilidade de carreira, empregabilidade percebida e auto-eficácia na transição para o Trabalho: estudo comparativo entre estudantes universitários com e sem experiência de trabalho

    OpenAIRE

    Bento, Patrícia de Fátima Carreto

    2013-01-01

    A participação dos estudantes em experiências de trabalho parece contribuir para o desenvolvimento vocacional e para adaptabilidade de carreira, uma vez que se trata de uma oportunidade para o individuo experimentar novos papéis e desenvolver conhecimentos sobre si e a realidade ocupacional. Neste sentido, o presente estudo procura analisar em que medida a participação em experiências de trabalho diferencia os estudantes universitários (N=120; idade=22.32) ao nível da adaptabilidade de carrei...

  4. Correlação entre carga de trabalho de enfermagem e gravidade dos pacientes críticos gerais, neurológicos e cardiológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ellen Maria Pires Siqueira

    2015-06-01

    Full Text Available Objetivo: Correlacionar gravidade do paciente e carga de trabalho da equipe de enfermagem, utilizando os índices Simplified Acute Psysiology Score (SAPS3 e Nursing Activities Score (NAS e compará-los entre três subgrupos: cardiológicos, neurológicos e gerais. Métodos: Coorte prospectivo, em uma Unidade de Terapia Intensiva de hospital privado de São Paulo, entre agosto a outubro de 2011. Resultados: Foram acompanhados 195 pacientes, 57,9% do sexo masculino, mediana de idade 69 anos. Correlação moderada entre NAS e SAPS3 no subgrupo neurológico (p = 0,02; r = 0,430. SAPS3 do subgrupo geral foi maior comparado ao subgrupo neurológico (p = 0,002. O NAS foi maior no subgrupo geral quando comparado ao subgrupo cardiológico (p = 0,001. Conclusão: Houve correlação moderada entre a gravidade de pacientes neurológicos e a carga de trabalho de enfermagem. A gravidade e a carga de trabalho de enfermagem no subgrupo de pacientes gerais foram maiores em relação aos pacientes neurológicos e cardiológicos, respectivamente.

  5. O efeito mediador do locus de controlo na relação entre as experiências de recuperação e o engagement no trabalho

    OpenAIRE

    Mendes, Ana Filipa Marques Iria Nunes

    2013-01-01

    Dissertação de Mestrado em Psicologia Scial e das Organizações, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário O presente estudo tem como objectivo verificar não só a influência das experiências de Recuperação e do Locus de Controlo no Trabalho sobre o Engagement no Trabalho, assim como, explorar o efeito mediador do Locus de Controlo na relação entre as Experiências de Recuperação e o Engagement no Trabalho. A amostra é constituída por 237 participantes da população geral, portuguesa...

  6. Entre o bordado e a renda: condições de trabalho e saúde das labirinteiras de Juarez Távora/Paraíba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Batista da Cunha

    Full Text Available Este artigo trata da análise da atividade desenvolvida por um grupo de mulheres, em uma cidade do interior da Região Nordeste do Brasil, que se dedicam a um artesanato denominado “labirinto”. Trata-se de um bordado trabalhoso, utilizado para produzir peças de decoração e vestuário. O objetivo do estudo é verificar a relação das condições e da organização do trabalho e a saúde das labirinteiras. Foram utilizados os aportes teóricos da ergonomia da atividade e da psicodinâmica do trabalho, por permitirem analisar o trabalho real e as vivências subjetivas de prazer e sofrimento ligadas ao trabalho. Como instrumentos metodológicos, foram utilizadas observações, entrevistas individuais e entrevistas em grupo. Os resultados indicam que se trata de uma atividade majoritariamente desenvolvida por mulheres que se acham inseridas no mercado informal de trabalho. O processo, a organização e as condições de trabalho tornam essas trabalhadoras dependentes de comerciantes intermediários, em situação vulnerável para a saúde e sem poder de mobilização para se organizarem em cooperativas de trabalho.

  7. TEMPOS DE TRABALHO E DE NÃO-TRABALHO: O DIFÃCIL EQUILÃBRIO DO ALTO EXECUTIVO ENTRE A CARREIRA, AS RELAÃÃES AFETIVAS E O LAZER

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Betania Tanure

    2008-04-01

    Full Text Available Este artigo analisa a percepção do alto executivo no Brasil quanto à distribuição dos seus tempos de trabalho e de não-trabalho e o impacto disso na sua vida. No referencial teórico, discutem-se algumas abordagens sobre esse complexo conceito, que é o tempo, e sua centralidade nas organizações, bem como os estudos dedicados aos tempos de (não- trabalho do executivo, ressaltando-se a necessidade do lazer, uma dimensão esquecida nos estudos organizacionais. A pesquisa quantitativa foi realizada por meio de survey com 965 executivos (presidentes, vice-presidentes/diretores e gerentes de 3º nível de 344 grandes empresas que atuam no Brasil. A pesquisa mostra o perfil dominante do alto executivo brasileiro como masculino, casado, com filhos e chegando mais rápido ao topo da hierarquia. Os resultados mostram que o executivo subestima o impacto das novas tecnologias como extensoras de sua já muito longa jornada de trabalho. A pesquisa indica também a insatisfação dos executivos com o desequilíbrio na distribuição do seu tempo, com o predomínio da carreira em detrimento da vida pessoal (vida afetiva, e ainda mais do lazer. Embora sejam os principais responsáveis pela condução das empresas, os executivos, dos quais mais da metade estão vivendo mudanças radicais em suas organizações, sentem-se com pouca governabilidade para alterar esse quadro

  8. Relação entre o tipo de contrato de trabalho e a dedicação do trabalhador no emprego: evidências para as regiões metropolitanas brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Almeida de Menezes

    2013-09-01

    Full Text Available Este artigo analisa a relação entre dedicação/esforço do trabalhador no emprego e vínculo contratual. Parte-se da hipótese de que o tipo de vínculo contratual de trabalho poderia implicar incentivos adicionais de esforço. Por meio dos microdados da Pesquisa Mensal de Emprego (PME, de 2006 e 2007, utilizou-se como proxy de esforço as informações relativas à subocupação, à subremuneração e à falta ao trabalho. Inicialmente, observou-se que existem diferenças significativas de perfil entre os trabalhadores, conforme o seu vínculo contratual. Em seguida, os resultados das estimações mostraram que a disposição do trabalhador se altera conforme seja a proxy de dedicação utilizada. De modo geral, os trabalhadores temporários não costumam a disponibilizar horas extras de trabalho e têm chances maiores de serem subremunerados. Por fim, as estimações feitas não indicam mudança significativa de comportamento entre os trabalhadores, caso se modifique o seu vínculo contratual.

  9. Qualidade de sono, atividade física durante o tempo de lazer e esforço físico no trabalho entre trabalhadores noturnos de uma indústria cerâmica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Cristina Marqueze

    Full Text Available Este estudo teve o objetivo de verificar a relação entre qualidade do sono e atividade física durante o tempo de lazer entre trabalhadores noturnos com um elevado esforço físico no trabalho (média de 14.245; DP 3.456 kcal/semana. Também foi avaliada a relação entre a qualidade do sono e o nível do esforço físico no trabalho. Um total de 19 trabalhadores noturnos de uma indústria cerâmica respondeu o índice da qualidade do sono de Pittsburgh (PSQI e o questionário internacional da atividade física (IPAQ. Foi calculado o dispêndio calórico total por semana para cada trabalhador através do equivalente metabólico (METs. Os trabalhadores foram distribuídos em dois grupos, de acordo com os escores do PSQI. Foi realizada a análise descritiva dos dados por meio de médias, valores mínimo e máximo, proporções e desvios-padrão. A relação entre qualidade do sono e atividade física foi avaliada pelo teste Mann-Whitney. O grupo de qualidade do sono ruim mostrou nível mais elevado de gasto energético no trabalho que o outro grupo, o que sugere uma relação entre gasto energético no trabalho e qualidade de sono. Distúrbios do sono e sonolência diurna também contribuíram para a qualidade de sono ruim. Esses resultados, embora preliminares, revelam uma tendência de que o elevado esforço físico no trabalho noturno contribui para baixa qualidade de sono.

  10. Relações entre significado do trabalho e percepção de suporte para pessoas com deficiência em organizações brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raissa Pedrosa Gomes Tette

    2014-09-01

    Full Text Available Mediante a obrigatoriedade de contratação de pessoas com deficiência advinda com a Lei de Cotas, o processo de inclusão de pessoas com deficiência (PcD nas organizações brasileiras tem sido permeado por desafios, tanto para as empresas quanto para as próprias PcD. Este trabalho foi desenvolvido com o propósito de verificar a influência da percepção de suporte social e de suporte organizacional no significado do trabalho para PcD. As investigações foram realizadas com uma amostra de 169 pessoas com deficiência que trabalham em organizações de diversos segmentos nas diferentes regiões do Brasil. Concluiu-se que as categorias que melhor descrevem o significado do trabalho concreto das pessoas com deficiência estão associadas à garantia de condições econômicas de sobrevivência e de sustento pessoal e familiar, da estabilidade no emprego, do salário e do progresso social. As percepções de 'Suporte Social no Trabalho' e de 'Suporte Organizacional' são variáveis preditivas do Significado do Trabalho.

  11. Sofrimento pelo trabalho

    OpenAIRE

    Malaguty, Sarita

    2013-01-01

    Resumo: Este trabalho é fruto de uma pesquisa teórico-conceitual que tem como objetivo encontrar elementos teórico-metodológicos na Psicologia Histórico-Cultural, em especial, na obra de A. N. Leontiev, que possam contribuir para o entendimento do sofrimento pelo trabalho na sociedade capitalista. Trata-se, portanto, de uma investigação sistemática da teoria psicológica de Leontiev e de autores contemporâneos que dialogam com o mesmo, a fim de buscar elementos que possibilitem a mediação entr...

  12. Trabalho rural, exposição a poeiras e sintomas respiratórios entre agricultores Farm work, dust exposure and respiratory symptoms among farmers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neice Müller Xavier Faria

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: As condições ambientais do trabalho rural, em especial a exposição às poeiras orgânicas e minerais, têm sido associadas ao aumento de doenças respiratórias. O objetivo do estudo foi avaliar a prevalência de sintomas respiratórios entre agricultores e sua associação com fatores de risco ocupacionais. MÉTODOS: Estudo de delineamento transversal com 1.379 agricultores, de Antônio Prado e Ipê, na Serra Gaúcha, em 1996. Foram coletados dados sobre características sociodemográficas e produção agrícola, bem como a exposição a poeiras orgânicas e minerais. Os sintomas respiratórios foram aferidos por meio de questionário da American Thoracic Society-Division of Lung Disease modificado. Foi realizada análise de regressão logística múltipla, controlada para fatores de confusão. RESULTADOS: A maioria (52% dos entrevistados trabalhava em atividades com exposição intensa a poeiras. Os trabalhadores de estabelecimentos com melhores indicadores econômicos referiram menor freqüência de sintomas respiratórios do que os demais agricultores. Os avicultores relataram maior prevalência de sintomas de doença respiratória crônica (OR=1,60; IC 95%: 1,05-2,42. Os agricultores com exposição intensa a poeiras apresentaram uma elevação de mais de 70% no risco de sintomas de asma (OR=1,71; IC 95%: 1,10-2,67, como também de doença respiratória crônica (OR=1,77; IC 95%: 1,25-2,50. CONCLUSÕES: Os trabalhadores rurais apresentaram grande exposição ocupacional a poeiras orgânicas e minerais. Agricultores expostos a concentrações mais elevadas, como os avicultores, tiveram maior risco de apresentar sintomas respiratórios relacionados ao trabalho. Recomenda-se a implementação de programas de proteção respiratória, principalmente para os trabalhadores envolvidos com a produção de aves.OBJECTIVE: Environmental working conditions in rural areas, notably exposure to organic and mineral dusts, have been

  13. Pela presença do corpo na escola: uma experiência de trabalho interdisciplinar entre arte e educação física

    OpenAIRE

    Aparecida Regina dos Santos

    2015-01-01

    Este trabalho coloca em discussão a questão do corpo do estudante do Ensino Médio, no espaço escolar, a partir de uma pesquisa-ação desenvolvida em uma escola estadual do litoral norte de São Paulo, realizada durante as aulas de Educação Física. As aulas envolveram propostas de trabalho com o corpo, a partir do universo da Arte, numa perspectiva interdisciplinar. O objetivo desta dissertação é contribuir para o desenvolvimento de estudos, pesquisas e ações pedagógicas voltadas à desfragmentaç...

  14. Tempo e Trânsito na Experiência Subjetiva de Motoristas

    OpenAIRE

    Ana Inez Oka Elvas de Lima; Sylvia Cavalcante

    2015-01-01

    Esta pesquisa investiga como são percebidos e vivenciados o tempo e a pressa no trânsito por motoristas de Fortaleza, identificando e analisando seus estados subjetivos e comportamentos associados a essa experiência. Para a coleta de dados, organizaram-se quatro grupos focais, a partir dos quais emergiram diversos elementos relacionados ao tempo e à pressa e à incidência de comportamentos inadequados no trânsito, segundo o sexo e a idade dos participantes. Para analisar os dados obtidos nas d...

  15. Child and adolescent labor and smoking: a cross-sectional study in southern Brazil A associação entre trabalho de crianças e adolescentes e tabagismo: um estudo transversal no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marinel Mór Dall'Agnol

    2011-01-01

    Full Text Available This cross-sectional study assessed the association between smoking and child and adolescent labor among 3,269 individuals 10 to 17 years of age in Pelotas, Rio Grande do Sul State, in southern Brazil (excluding higher income census tracts in 1998. Adjusted hierarchical analysis was performed using Poisson regression. Prevalence of child labor was 13.8%. Current smoking prevalence was 6.3% in the sample as a whole (15.7% among working versus 3.4% among non-working children. In the multivariate analysis, smoking was significantly associated with child labor, with a prevalence ratio of 1.75 (95%CI: 1.30-2.36. Smoking was also associated with family characteristics (lower maternal schooling, mother currently without husband/partner, household members with alcohol or drug problems, single mother, and history of serious injuries, and the children's characteristics (age greater than 16 years, inadequate school performance, and externalizing behavior. The findings point to smoking as one of the harmful consequences of child labor and suggest the workplace as an appropriate target for smoking prevention.Este estudo transversal avaliou a associação entre o tabagismo e o trabalho de crianças e adolescentes, através de análise multivariada hierárquica por regressão de Poisson. Foram entrevistados, em seus domicílios, 3.269 jovens (10 a 17 anos, da população urbana de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil (excluídas áreas de maior renda, em 1998. A prevalência de trabalho infantil foi 13,8%. As prevalências de tabagismo atual foram 6,3% na amostra, 15,7% entre trabalhadores e 3,4% entre não trabalhadores. Após o ajuste para fatores de confusão, o tabagismo manteve-se associado ao trabalho infantil com razão de prevalência de 1,75 (IC95%: 1,30-2,36. O tabagismo manteve-se associado a características da família (menor escolaridade da dona da casa, ausência de seu companheiro, problemas como uso de álcool ou drogas, mãe solteira e acidente

  16. O trabalho entre prazer, sofrimento e adoecimento: a realidade dos portadores de lesões por esforços repetitivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Merlo Álvaro Roberto Crespo

    2003-01-01

    Full Text Available Neste artigo, apresenta-se e discute-se os resultados de pesquisa realizada no Ambulatório de Doenças do Trabalho do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (ADT/HCPA, tendo como principal objetivo determinar as relações das Lesões por Esforços Repetitivos/Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (LER/DORT com o processo produtivo e suas conseqüências sobre a saúde física e mental dos trabalhadores estudados. Pode-se evidenciar um sofrimento associado à dor física, mas não só a ela. Para além dos aspectos fisiopatológicos da doença, percebemos que existe uma complexa relação que vincula a dor às vivências subjetivas e à identidade social.

  17. Trabalho e saúde: análise da relação entre condições de trabalho e motivação no emprego e suas interfaces com a saúde dos profissionais nos hospitais públicos

    OpenAIRE

    Rosado, Iana Vasconcelos Moreira

    2014-01-01

    A saúde resulta da interação de fatores biológicos, sociais, econômicos, políticos e culturais. Nessa perspectiva, objetivou-se analisar a relação entre o trabalho nos hospitais públicos de urgência e emergência e o processo de saúde-adoecimento dos profissionais que o executam. Trata-se de uma pesquisa de natureza quantiqualitativa, na qual foram aplicados questionários com 240 profissionais (médicos, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, dentistas, nutricionistas, fonoaudiólogos, fi...

  18. Tempo e Trânsito na Experiência Subjetiva de Motoristas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Inez Oka Elvas de Lima

    2015-03-01

    Full Text Available Esta pesquisa investiga como são percebidos e vivenciados o tempo e a pressa no trânsito por motoristas de Fortaleza, identificando e analisando seus estados subjetivos e comportamentos associados a essa experiência. Para a coleta de dados, organizaram-se quatro grupos focais, a partir dos quais emergiram diversos elementos relacionados ao tempo e à pressa e à incidência de comportamentos inadequados no trânsito, segundo o sexo e a idade dos participantes. Para analisar os dados obtidos nas discussões grupais utilizaram-se os critérios da Análise Clássica de Conteúdo. Os resultados levaram à conclusão de que a questão do tempo e da pressa constitui um potencial gerador de erros e violações na condução de veículos, pois exerce influência decisiva sobre os comportamentos dos motoristas e configura uma realidade importante para se compreender os fatores humanos envolvidos na dinâmica do trânsito e do ambiente urbano como um todo.

  19. O “Segundo olho” do repórter: o papel dos motoristas na produção da notícia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sylvia Debossan Moretzsohn

    2012-06-01

    Full Text Available Este artigo traz à luz a importância do trabalho de uma categoria profissional que sempre ficou na sombra e está agora em vias de extinção, na era da internet: o motorista de reportagem. Procura demonstrar a relevância de sua atuação na produção da notícia, tanto na sua tarefa mais elementar ao volante como no próprio processo de apuração e em várias outras formas de colaboração. Assim, busca oferecer elementos para enriquecer a história do jornalismo no Brasil e expõe, ainda que brevemente, as transformações na produção da notícia, com a adoção da tecnologia digital e a progressiva redução da reportagem de rua.

  20. Qualificação profissional e sindicatos. Entre estado, capital e trabalho: um estudo de casos no meio rural de Ribeirão Preto

    OpenAIRE

    Campos, Ricardo Luiz Sapia de [UNESP

    2007-01-01

    Analisamos experiências de qualificação profissional realizadas pelos sindicatos dos trabalhadores e sindicatos rurais (patronais) da região de Ribeirão Preto. Estruturamos nossa investigação abrindo o debate com o clássico tripé: estado, capital e trabalho, quando então passamos a questionar a construção institucional destas três dimensões. A redefinição destes, aberta com o processo de reestruturação produtiva é observada, tanto no que tange aos novos perfis profissionais, tendências e osci...

  1. A interação entre avaliação e a atuação dos Agentes Comunitários de Saúde: subsídios para pensar sobre o trabalho educativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica Ferreira Fonseca

    Full Text Available O estudo discute os efeitos produzidos pelas práticas de avaliação em saúde sobre o trabalho do Agente Comunitário de Saúde. Assumimos a avaliação como uma tecnologia de gestão que atua na construção de realidades ao estabelecer valor sobre as ações. Metodologia: adotamos os referenciais da etnografia. No campo, realizado em uma clínica da família do Rio de Janeiro, aliamos o exame de documentos, observação e entrevistas. Os resultados indicam que a coesão exercida entre as diretrizes da política de Atenção Básica, as prioridades com base em indicadores quantitativos e as práticas na unidade têm potencializado uma ação centrada no controle de doenças. Quanto ao trabalho do ACS, configura-se uma perspectiva simplificadora da educação em saúde. Essa vertente se fortalece pela gestão por metas e pela avaliação restrita ao monitoramento, que contribui de forma limitada para enfrentar os desafios do trabalho educativo.

  2. Suggestion of an inverse relationship between perception of occupational risks and work-related injuries Sugestão de uma associação inversa entre percepção de riscos ocupacionais e acidentes do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Cordeiro

    2002-02-01

    Full Text Available Worker perception of risk influences worker behavior and consequently exposure to risks. However, an inverse relationship between perception of occupational risks and work-related injuries has not yet been clearly established. A matched case-control was performed aiming to investigate possible differences in perception of occupational risks between workers who had suffered occupational injuries and those who had not. Cases were defined as all 93 workers from a large metallurgical factory in southeastern Brazil, who had suffered occupational injuries during the year 1996. Controls were 372 workers who had not suffered occupational injuries, matched on the basis of the factory sector and jobs performed. Assessment of occupational risk perception was performed by asking the workers to fill out a questionnaire consisting of questions on specific risks related to problems in work relations, work per se, and mode of production. The findings suggest that the degree of perception that workers with occupational injuries have of some occupational risks is lower than that of their non-injured coworkers.A percepção que o trabalhador tem dos riscos ocupacionais a que está exposto, influencia seu comportamento e sua própria exposição a riscos. Entretanto, uma relação inversa entre percepção de riscos ocupacionais e acidentes do trabalho, embora especulada, não foi ainda claramente estabelecida. Este é um estudo caso-controle objetivando investigar a existência de diferenças na percepção de riscos ocupacionais entre trabalhadores acidentados e não acidentados. Os casos foram todos os 93 trabalhadores de uma grande metalúrgica de Botucatu, que sofreram acidentes do trabalho no ano de 1996. Para cada caso foram aleatoriamente alocados quatro controles não acidentados, emparelhados segundo a seção de trabalho e a função do trabalhador acidentado na semana do acidente. A mensuração da percepção de riscos ocupacionais de casos e controles

  3. POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A GERAÇÃO DE TRABALHO E RENDA: ECONOMIA SOLIDÁRIA NO PARADOXO ENTRE OPORTUNIDADE E OPORTUNISMO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Pascoal Cassandre

    2013-08-01

    Full Text Available Com o advento do globalismo e das políticas neoliberais, o Brasil conhece uma de suas maiores crises, resultando maior agravamento dos níveis de desemprego no país. A informalização e a precarização do trabalho tornam-se enfáticas, levando o trabalhador a submeter sua força produtiva a salários menores e a sofrer a redução de vários direitos sociais, forçando o governo federal a desenvolver políticas públicas de apoio ao contingente à margem do mercado de trabalho. Nessa seara de iniciativas civis tem se desenvolvido modelos diferenciados para estruturação dos meios populares de produção, oportunizando o fortalecimento do associativismo, de empresas autogeridas, do comércio justo e de bancos comunitários, baseados nos conceitos de autogestão, cooperação, equidade e sustentabilidade. Esses pilares da economia solidária fundam as lógicas de diversas formas de organização de alternativas coletivas que apontam para outra dinâmica da economia, voltada ao desenvolvimento justo e sustentável. O presente trabalho tem a intenção de refletir sobre as iniciativas de economia solidária no Brasil e as políticas públicas para a geração de emprego e renda, tendo como objeto de análise os empreendimentos da região do Vale do Ivaí-PR. Com base em entrevistas e visita aos municípios dessa região, percebeu-se que, apesar da economia solidária ser portadora de uma perspectiva teórico-política crítica do sistema capitalista com vistas à sua superação, ainda não se pode creditar a ela a capacidade de rompimento com o atual sistema. Não se pode encontrar nem mesmo evidências de condições concretas para uma revolução social explícita e declarada, fato este constado em virtude da existência de constante dependência e vínculos em relação ao atual sistema.

  4. O trabalho na rua: uma relação entre espaço público, planejamento e direito à cidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laila Bouças

    2017-12-01

    Full Text Available Este artigo constitui-se como parte do que foi desenvolvido em uma pesquisa de mestrado, que estudou a maneira como a atividade dos trabalhadores de rua está inserida e se relaciona com o espaço público, bem como sobre como incidem as ações de planejamento e ordenamento sobre a mesma, numa área do centro da cidade de Salvador. Uma das teorias chave para o desenvolvimento da pesquisa é a dos circuitos da economia desenvolvida pelo professor Milton Santos, que servirá como lastro teórico fundamental para compreensão da dinâmica analisada. Busca-se ainda neste trabalho, levar o olhar para a tentativa de ordenamento do espaço público promovida por uma gestão municipal, compreendida no âmbito do planejamento estratégico, que confere uma visão empresarial sobre a cidade, favorecendo aspectos que visam torná-la competitiva frente às demais.

  5. Evaluation of well-being at work among nursing professionals at a University Hospital Evaluación del bienestar en el trabajo entre los profesionales de enfermería de un hospital universitario Avaliação do bem-estar no trabalho entre profissionais de enfermagem de um hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Castro Alves

    2012-08-01

    promociones, lo que puede reflejar en la calidad del servicio prestado a los pacientes del hospital universitario.Bem-estar no trabalho apoia-se na Psicologia Positiva, sendo definido como um estado psicológico composto por vínculos afetivos positivos com o trabalho e com a organização. Este estudo teve por objetivo conhecer o nível de bem-estar no trabalho de profissionais de Enfermagem que atuam em um hospital universitário e identificar diferenças entre categorias ocupacionais e tipos de contrato de trabalho. A amostra foi composta por 340 profissionais que responderam a escalas válidas dos construtos: Satisfação no Trabalho, Envolvimento com o Trabalho e Comprometimento Organizacional Afetivo. Para análise dos dados utilizou-se o programa SPSS, versão 12, a fim de efetuar estatísticas descritivas e testes de diferença entre médias. Os resultados indicaram nível médio de bem-estar no trabalho e diferenças entre as categorias profissionais e regime de contratação quanto à satisfação com salário e promoções, o que pode refletir na qualidade do atendimento prestado aos pacientes do hospital universitário.

  6. Trabalho fabril e observação participante: comentário ao livro Entre a Fábrica e a Comunidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Freire

    2012-10-01

    Full Text Available Esta nota crítica é já tardia, em relação à obra a que se refere, e disso me penitencio. Mas, apesar do desejo de a ter produzido rapidamente – como o autor sabe –, só agora encontrei tempo bastante para a reler cuidadosamente e confirmar algumas impressões da primeira leitura. Trata-se do livro Entre a Fábrica e a Comunidade: subjectividades e práticas de classe no operariado do calçado, Porto, Afrontamento, 2000, que – conforme é dito nas linhas iniciais – publica o essencial da tese de dou...

  7. "Trabalho", "mudança de vida" e "prosperidade" entre fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Nogueira de Oliveira Lima

    2007-07-01

    Full Text Available Nos anos 90, com a implementação do "mercado livre" pelo governo Collor, noções como "produtividade" e "resultados" ganham centralidade na vida econômica brasileira. Nessa mesma época, é notório, nas classes trabalhadoras, o aumento do número de fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus, defensora da "Teologia da Prosperidade". Entendo que o expressivo crescimento da conversão dos pobres brasileiros ao neopentecostalismo que autoriza o direito dos indivíduos a uma existência terrena de "prosperidade" incentivando seus fiéis ao trabalho empreendedor, justamente na década de 1990, e o fenômeno do elogio ao "sucesso" que despontou no horizonte da "economia de mercado" estão intimamente relacionados. A partir de etnografia em uma congregação carioca da IURD reflito sobre a imbricação dos dois processos.Since the 1990s the concepts of "productivity" and "results" have taken center-stage on Brazil's economic discourse. Throughout this period the number of Igreja Universal do Reino de Deus, defender of the Theology of Prosperity, faithful has skyrocketed among the poor. This church promises a worldly existence of "abundance" and "prosperity" to those paying the "tithe" and demanding from the Lord a "structure to work and to fight for life". Using ethnographic material culled from Neopentecostal faithful, this paper establishes the connection between both processes.

  8. Exploração do Trabalho Infantil, Espaço Urbano e Sinais de Trânsito: tensões entre ser criança e ter que trabalhar

    OpenAIRE

    Campos, Túlio; Marques, Walter Ernesto Ude

    2010-01-01

    Este texto tem como objetivo fomentar discussões relativas àexploração do trabalho infantil no contexto urbano, bem como suas implicações no que diz respeito às tensões entre ser criança e ter que trabalhar, visando problematizar as condições da presença de uma determinada infância, a infância trabalhadora na metrópole, em especial, a dos “sinais” de trânsito. Busca também levantar questões referentes à rua como espaço de afirmação da virilidade, a qual se apresenta marcada por códigos e deli...

  9. Qualidade de vida no trabalho e distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho entre profissionais de enfermagem Calidad de vida en el trabajo y disturbios osteomusculares relacionados al trabajo entre profesionales de enfermería Quality of work life and work-related musculoskeletal disorders among nursing professionals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Rodrigues Costa Schmidt

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a associação de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT com os distúrbios osteomusculares (DORT entre profissionais de enfermagem que trabalham em bloco cirúrgico. MÉTODOS: Estudo de abordagem quantitativa, descritivo, transversal e correlacional, do qual participaram 211 trabalhadores de Enfermagem de 11 hospitais de Londrina-PR, Brasil. Para coleta de dados, foram utilizados três instrumentos: caracterização sociodemográfica e profissional, Escala Visual Analógica e o Questionário Nórdico. RESULTADOS: A maioria dos participantes era de auxiliares de enfermagem (62,6%, do sexo feminino (87,1%, casados (54,5%, com idade média de 40 anos. Dentre os participantes, 38,9% apresentavam queixas osteomusculares na região inferior das costas e 37,9%, na região dos ombros. Neste estudo, a QVT obteve associação estatisticamente significante com os distúrbios osteomusculares na região lombar e dos ombros nos últimos 12 meses (p=0,00. CONCLUSÃO: A ausência de lombalgia contribuiu significativamente para elevar a medida de QVT (p=0,010, embora o modelo final de regressão tenha explicado, apenas 22,6% da variância da medida de QVT.OBJETIVO: Evaluar la asociación de Calidad de Vida en el Trabajo (CVT con los disturbios osteomusculares (DORT entre profesionales de enfermería que trabajan en una área quirúrgica. MÉTODOS: Estudio de abordaje cuantitativa, descriptiva, transversal y correlacional, en la que participaron 211 trabajadores de Enfermería de 11 hospitales de Londrina-PR, Brasil. Para la recolección de los datos, fueron utilizados tres instrumentos: caracterización sociodemográfica y profesional, Escala Visual Analógica y el Cuestionario Nórdico. RESULTADOS: La mayoría de los participantes era de auxiliares de enfermería (62,6%, del género femenino (87,1%, casados (54,5%, con edad promedio de 40 años. De los participantes, 38,9% presentaban quejas osteomusculares en la región inferior de la espalda y

  10. Mudando o foco: um estudo exploratório sobre uso de drogas e violência no trabalho entre mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro, Brasil Cambiando el foco: un estudio exploratorio acerca del uso de drogas y violência en el trabalho de mujeres de las classes populares de Rio de Janeiro, Brasil Changing the focus: an exploratory study of drug use and worplace violence among women of popular classes in Rio de Janeiro, Brazil

    OpenAIRE

    Helena Maria Scherlowski Leal David; Catherine Caufield

    2005-01-01

    Este é um estudo exploratório para o mapeamento de fatores envolvidos na relação entre uso de drogas lícitas e ilícitas e violência no trabalho, em um grupo de mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro. Para este estudo foi utilizada uma abordagem quantitativa descritiva e analítica, e também abordagem qualitativa a partir de entrevistas aprofundadas com mulheres que sofrem ou haviam sofrido situações de violência no trabalho, utilizando a metodologia do Discurso do Sujeito C...

  11. Prevalência de fatores de risco para a síndrome da apnéia obstrutiva do sono em motoristas de ônibus interestadual Prevalence of risk factors for obstructive sleep apnea syndrome in interstate bus drivers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto de Assis Viegas

    2006-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a prevalência de fatores de risco para a síndrome da apnéia obstrutiva do sono em motoristas de ônibus interestadual. MÉTODOS: Foram avaliados 262 motoristas profissionais de ônibus interestadual, de empresa brasileira baseada no Distrito Federal, por questionário para avaliar distúrbios respiratórios do Sono, Escala de Sonolência de Epworth, testes de atenção concentrada e difusa, e medidas antropométricas. RESULTADOS: Encontravam-se com o peso acima do ideal 68% da amostra estudada, dos quais 34% apresentaram circunferência do pescoço = 42 cm. Durante o trabalho os motoristas referiram uso de tabaco (27%, refrigerantes à base de cola (55%, álcool (65% e café (88%, e 28% dos motoristas apresentaram mais de dez pontos na Escala de Sonolência de Epworth. Houve ainda 36% de roncadores, 5% referiram paradas respiratórias durante o sono, 12% apresentaram sensação de sufocamento, 29% sono agitado e 48% referiram sentir sono ao dirigir. Já se envolveram em acidentes de trânsito 42% dos motoristas e em 7,6% dos casos o acidente foi devido a sonolência excessiva. Aqueles com mais de dez pontos na Escala de Sonolência de Epworth apresentaram nível de atenção concentrada comprometido e quanto maior a circunferência do pescoço e a hipersonolência, menor a atenção difusa. CONCLUSÃO: No grupo de motoristas estudados, há uso alarmante de substâncias estimulantes e alta prevalência de hipersonolência diurna, que leva a diminuição da atenção.OBJECTIVE: To determine the prevalence of risk factors for obstructive sleep apnea syndrome in interstate bus drivers. METHODS: This study involved 262 professional interstate bus drivers employed by a Brazilian company headquartered in the Federal District. The drivers were evaluated using a questionnaire designed to assess respiratory sleep disorders, the Epworth Sleepiness Scale, test of sustained attention, test of divided attention and anthropometric

  12. Associação entre distúrbios do ombro e trabalho: breve revisão da literatura Association between shoulder diseases and work: a brief review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hélio Pires de Mendonça Jr.

    2005-06-01

    Full Text Available Este artigo apresenta os resultados de uma breve revisão da literatura focalizada nos distúrbios do ombro. As publicações foram pesquisadas nos sites do Medline, Ovid, Lilacs e periódicos Capes, no período de janeiro de 1993 a julho de 2004, com as seguintes palavras-chave: shoulder pain, rotator cuff, job, dor no ombro, manguito rotador, trabalho. Foram selecionados os artigos de acordo com os seguintes critérios: estudo epidemiológico publicado em inglês, português ou espanhol, com informações sobre a carga física ou sobre os fatores psicossociais do trabalho, explicitação do método de avaliação da exposição, presença de dor no ombro ou tendinopatia do manguito rotador. Vinte artigos preencheram todos os critérios de inclusão. Encontrou-se associação positiva entre os distúrbios do ombro e o trabalho praticado pelos sujeitos dos estudos revisados. Restaram como limite da revisão: a heterogeneidade dos artigos quanto à avaliação da exposição, ao tipo de diagnóstico, à metodologia utilizada na condução da pesquisa, e aos meios para avaliação da dor. Os autores discutem a necessidade de aprofundamento dos métodos de investigação de problemas musculoesqueléticos relacionados ao trabalho.This article presents the results of a brief review of shoulder diseases and their association with work. Pertinent studies, identified by the keywords shoulder pain, rotator cuff, and job were reviewed in the reference databases Medline, Ovid, Lilacs and Capes journals (January 1993 to July 2004. The articles were chosen according to the following criteria: either epidemiological or experimental surveys having been published in English, Portuguese or Spanish, with information about physical demands or psychosocial factors of work, evaluation of exposure, presence of shoulder pain or rotator cuff lesion. After the search, 20 articles were included in the revision. The articles show a relationship between shoulder diseases

  13. The relationship between shift work and sleep patterns in nurses Relação entre trabalho por turnos e padrões de sono em enfermeiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Fernando dos Santos Barbosa

    2013-03-01

    ça estatisticamente significativa. Os participantes demonstraram que o tempo de acordar e adormecer durante a semana e o fim-de-semana foram estatisticamente diferentes. No PSQI obteve-se uma média de 7.0 pontos, caracterizando o sono como de má qualidade. Os dados permitiram classificar o sono dos enfermeiros como de má qualidade. A falta de hábitos desportivos e o esquema de trabalho em turnos poderão ter influenciado na qualidade de sono.

  14. Trabajar como artista: Estrategias, prácticas y representaciones del trabajo artístico entre jóvenes artistas circenses Trabalhando como um artista: Estratégias, práticas e representações da trabalho artistico entre jovens artistas de circo Working as an artist: Strategies, practices and representations of artistic work among young circus artists

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julieta Infantino

    2011-12-01

    Full Text Available La persistencia del supuesto que coloca al arte como esfera diferencial y autónoma, ha provocado la invisibilización de la dimensión laboral de las prácticas artísticas asentando representaciones sociales dicotómicas acerca del arte y el trabajo. Consecuentemente, éste es un terreno poco explorado en el ámbito de las investigaciones sobre Juventud y Trabajo. No obstante, muchos artistas y muchos jóvenes trabajan desde el arte que realizan. A partir del caso de los artistas circenses en la ciudad de Buenos Aires, discutiremos esta idea de oposición entre arte y trabajo recorriendo los espacios de inserción laboral, las estrategias de trabajo y los sentidos que los artistas otorgan a sus prácticas. Analizaremos las distinciones entre las características de la práctica artístico-laboral en la década de 1990 y en la coyuntura actual en relación a transformaciones recientes en el mercado laboral y a cambios en el lugar de legitimación ocupado por el arte circense.A persistência da noção que coloca a arte como área diferencial e autónoma, levou à invisibilidade da dimensão do trabalho de prática artística sedimentando dicotômica representações sociais sobre a arte e trabalho. Por conseguinte, esta é uma área pouco explorada no campo da pesquisa sobre juventude e trabalho. No entanto, muitos artistas e muitos jovens trabalham a partir da arte que realizam. Desde o caso de artistas de circo na cidade de Buenos Aires, vamos discutir essa idéia de oposição entre arte e trabalho analisando espaços da empregabilidade, estratégias de trabalho e os sentidos que os artistas dão às suas práticas. Estudaremos as diferenças entre as características da prática artística y de trabalho própria da década de 1990 ea a situação actual em relação às recentes mudanças no mercado de trabalho e mudanças no espaço ocupado pelo arte circense.The persistence of the notion by which art is presented as a differential and

  15. As interações entre valores relativos ao trabalho e gênero segundo a visão dos gerentes de uma organização bancária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Taís Andrade

    2012-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo consiste em compreender como se estabelecem asinterações entre valores do trabalho e gênero na percepção de gerentes do setorbancário, bem como identificar os valores laborais adotados por estes profissionais,comparando a percepção de homens e mulheres. A estratégia metodológicautilizada constitui-se de uma pesquisa qualitativa, que teve como empresa focal umaagência bancária pública, localizada na cidade de Santa Maria-RS. Os sujeitosinvestigados foram sete gerentes, sendo quatro do sexo masculino e três do sexofeminino. Os principais resultados encontrados expõem que os gerentes, de maneirageral, priorizam a Estabilidade e as Relações Sociais. As mulheres atribuem maiorimportância à variável fazer o que gosta, pertencente à dimensão Realização noTrabalho; a independência financeira, associada ao fator Estabilidade e acooperação, pertencente às Relações Sociais. Por outro lado, os homens, quandocomparados às mulheres, atribuíram maior importância à realização, pertencente aofator Realização no Trabalho. Além disso, os gerentes compartilham a ideia que oshomens têm como valores prioritários a racionalidade, o desejo de controle e aindividualidade, enquanto que as mulheres priorizam a colaboração e a coletividade.Abstract The study aims at comprehending how the interactions among work values andgender are established by the bank sector managers as well as identifying the laborvalues adopted by these professionals by comparing men and women perceptions.The methodological strategy is constituted by a qualitative research which is based ina public bank agency, located in Santa Maria city, in Rio Grande do Sul state. Theparticipants investigated were seven managers, four male and three female. Themain results found demonstrate that the managers, in general, emphasize theStability and the Social Relationships. The women attribute much value to the variantDoing what they like to which

  16. Prevalência e fatores associados à prematuridade entre gestantes submetidas à inibição de trabalho de parto prematuro Prevalence and risk factors associated to preterm delivery among pregnant women submitted to preterm labor inhibition treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucila Coca Bezerra

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: identificar a prevalência de parto prematuro em gestantes submetidas ao tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro e analisar os fatores associados. MÉTODOS: estudo transversal, com dados coletados de 163 prontuários de gestantes submetidas a tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro atendidas em 1995-2000, no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo, Brasil. A variável dependente constituiu-se na ocorrência de parto prematuro e as independentes foram: idade, escolaridade, ocupação, paridade, companheiro, tabagismo, infecção urinária prévia, número de consultas pré-natal e intervalo interpartal. A análise foi feita pelo teste de associação pelo Qui-quadrado e modelos de regressão logística univariado e múltiplo. RESULTADOS: 66,3% das gestantes tiveram filhos prematuros e, em 22,7% dos casos, o parto ocorreu antes de 34 semanas. Houve associação estatística significativa entre parto prematuro e ser nulípara e apresentar número baixo de consultas pré-natal. CONCLUSÕES: atenção especial deve ser dada às gestantes nulíparas e com número reduzido de consulta pré-natal submetidas ao tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro, com a finalidade de prevenir esse evento.OBJECTIVES: to identify preterm delivery prevalence in pregnant women submitted to preterm delivery inhibition treatment and to analyze associated factors. METHODS: cross sectional study with data collected from 163 pregnant women medical files seen from 1995-2000 at the University Hospital of the University of São Paulo, Brazil. The dependent variable was preterm delivery and the independent ones were: age, education, job, parity, companion, smoking, prior urinary infection, number of prenatal medical visits and birth interval. Analysis was performed through association by the Chi-square test and univariate and multiple logistic regression models. RESULTS: 66.3% of the women had preterm

  17. Stressful working conditions and poor self-rated health among financial services employees Condiciones estresantes en el trabajo y peor auto evaluación de salud entre bancarios Condições estressantes no trabalho e pior auto avaliação de saúde entre bancários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Sérgio Silva

    2012-06-01

    esfuerzo-recompensa y demanda-control. Informaciones sobre las demás variables independientes se obtuvieron por medio de cuestionario semiestructurado, autoadministrado. La presencia y la magnitud de las asociaciones independientes entre evaluación mala del propio estado de salud y las condiciones psicosociales adversas en el trabajo fueron determinadas por medio de odds ratio obtenidos por regresión logística. RESULTADOS: La prevalencia general de auto evaluación mala de la salud fue de 9%, sin diferencia estadística entre los sexos. La exposición a ambientes de trabajo con alta demanda y bajo control estuvo asociada a la peor auto evaluación de la salud. El mismo fue verificado para trabajadores con desequilibrio esfuerzo-recompensa y comprometimiento excesivo, con gradiente dosis-respuesta. Presencia de soporte social en el trabajo presentó asociación inversa con peor auto evaluación de salud, así como con gradiente dosis-respuesta. CONCLUSIONES: La exposición a factores psicosociales adversos en el trabajo, evaluada por los modelos desequilibrio esfuerzo-recompensa y demanda-control, está asociada de forma independiente a la peor auto evaluación de la salud entre los trabajadores estudiados.OBJETIVO: Analisar a associação entre exposição a condições psicossociais adversas no trabalho e avaliação ruim de saúde entre bancários. MÉTODO: Foi realizado estudo transversal com 2.054 trabalhadores de um banco estatal brasileiro em 2008. Utilizou-se uma pergunta simples e direta: "Em geral, você diria que a sua saúde é" para aferir como eles avaliam seu estado de saúde atual. As condições psicossociais adversas no trabalho foram avaliadas pelos modelos desequilíbrio esforço-recompensa e demanda-controle. Informações sobre as demais variáveis independentes foram obtidas por meio de questionário semiestruturado, autoadministrado. A presença e a magnitude das associações independentes entre avaliação ruim do próprio estado de saúde e as

  18. Representações do trabalho entre trabalhadores informais da construção civil Representaciones del trabajo en trabajadores informales en la construcción civil The representation of work among irregular construction workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberval Passos de Oliveira

    2008-09-01

    Full Text Available O presente estudo buscou compreender as representações do trabalho entre trabalhadores informais da construção civil. Foi adotada como referencial teórico a Teoria das Representações Sociais. Diante da complexidade do problema de pesquisa abordado, fez-se uso de múltiplas técnicas de coleta de dados: entrevistas em profundidade com oito trabalhadores e observação participante. Os resultados revelaram que o trabalho é representado como uma dimensão central na vida dos trabalhadores, subsidiando a sobrevivência material e social. Entretanto, o trabalho na construção civil foi descrito como pesado e desvalorizado, aparentando constituir-se como "último recurso" buscado para garantir a sobrevivência. Os trabalhadores reconhecem a precarização do trabalho gerada pela inserção informal, sentindo-se inferiorizados em relação aos trabalhadores formais. Tal quadro demonstra como os trabalhadores informais vivenciam um tipo de violência que lhes cerceia o usufruto de direitos constitucionalmente assegurados, excluindo-os do pleno gozo da cidadania.El presente estudio buscó comprender las representaciones sobre trabajo en trabajadores informales en la construcción civil. Fue adoptada como referencial teórico la Teoría de las Representaciones Sociales. Debido a la complejidad del problema de investigación abordado, se hizo uso de varias técnicas de colecta de datos: entrevistas en profundidad con ocho trabajadores, y observación participante. Los resultados muestran que el trabajo es representado como una dimensión central en la vida de los trabajadores, la cual subsidia la supervivencia material y social. De tal forma, el trabajo en la construcción civil fue descrito como pesado y desvalorizado, aparentando ser el "último recurso" buscado para garantizar la supervivencia. Los trabajadores reconocen una precarización del trabajo generada por la inserción en el sector informal, sintiéndose inferiores en relación a los

  19. Trabalho invisível

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Soraya Franzoni Conde

    2008-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1806-5023.2008v4n2p84 Esta pesquisa é sobre a exploração infantil no trabalho, na atualidade, e procura caracterizá-la e mapeá-la por meio da elaboração de um instrumento piloto de pesquisa. A investigação foi realizada junto aos relatórios de averiguação da Delegacia Regional do Trabalho de Florianópolis, Santa Catarina, e com entrevistas semi-estruturadas feitas a 106 responsáveis imediatos pelas crianças, entre cinco e 15 anos, atendidas na emergência do Hospital Infantil Joana de Gusmão. O ponto de partida foi a análise de acidentes infantis no trabalho. Entretanto, a apreensão do fenômeno exigiu uma saída da aparência imediata do acidente. A exploração da criança ocorre em formas invisíveis, integrando o trabalho social abstrato, diferentemente do que ocorria nos primórdios da Revolução Industrial. Entre os resultados, destacamos o avanço dos prestadores de serviços, sobretudo, os domésticos.

  20. Uma proposta de solução para o problema da construção de escalas de motoristas e cobradores de ônibus por meio do algoritmo do matching de peso máximo A proposed solution for bus driver and fare collector scheduling problems using the maximum weight matching algorithm

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Henrique Siqueira

    2004-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é mostrar a aplicação do Algoritmo do Matching de peso máximo, na elaboração de jornadas de trabalho para motoristas e cobradores de ônibus. Este problema deve ser resolvido levando-se em consideração o maior aproveitamento possível das tabelas de horários, com o objetivo de minimizar o número de funcionários, de horas extras e de horas ociosas. Desta forma, os custos das companhias de transporte público são minimizados. Na primeira fase do trabalho, supondo-se que as tabelas de horários já estejam divididas em escalas de curta e de longa duração, as escalas de curta duração são combinadas para a formação da jornada diária de trabalho de um funcionário. Esta combinação é feita com o Algoritmo do Matching de peso máximo, no qual as escalas são representadas por vértices de um grafo, e o peso máximo é atribuído às combinações de escalas que não formam horas extras e horas ociosas. Na segunda fase, uma jornada de final de semana é designada para cada jornada semanal de dias úteis. Por meio destas duas fases, as jornadas semanais de trabalho para motoristas e cobradores de ônibus podem ser construídas com custo mínimo. A terceira e última fase deste trabalho consiste na designação das jornadas semanais de trabalho para cada motorista e cobrador de ônibus, considerando-se suas preferências. O Algoritmo do Matching de peso máximo é utilizado para esta fase também. Este trabalho foi aplicado em três empresas de transporte público da cidade de Curitiba - PR, nas quais os algoritmos utilizados anteriormente eram heurísticos, baseados apenas na experiência do encarregado por esta tarefa.The purpose of this paper is to discuss how the maximum weight Matching Algorithm can be applied to schedule the workdays of bus drivers and bus fare collectors. This scheduling should be based on the best possible use of timetables in order to minimize the number of employees, overtime and

  1. Brainstem evoked response in bus drivers with noise-induced hearing loss Audiometria de tronco encefálico em motoristas de ônibus com perda auditiva induzida pelo ruído

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Silveira Santos

    2009-10-01

    Full Text Available Studies carried out by Brainstem Evoked Auditory Potentials (BEAP in Noise-Induced Hearing Loss (NIHL workers show different results in relation to neuronal involvement, not involving bus drivers as study object. AIM: to use BEAP in a prospective case/control clinical study to check whether or not there is neural auditory pathway involvement in bus drivers with NIHL. MATERIALS AND METHODS: we selected 50 bus drivers between 27 and 40 years with mild to moderate NIHL, and 20 individuals between 29 and 40 years with normal hearing and without prior history of noise exposure. BEAP tests were carried out and the traces were analyzed. RESULTS: in the NIHL group, the auditory thresholds in 3, 4 and 6 kHz were significantly higher in the left ear. In the NIHL group, potentials PI, PIII and/or PV were not present in a small number of the individuals; we observed a statistically significant increase in PI, PIII and PV absolute latencies, (LIP LIP I-III interpeak latencies, bilaterally and LIP I-V in the left ear. CONCLUSION: in the NIHL group, besides sensorial injury, changes in BEAP latencies suggest an early functional injury of the first auditory pathway afferent neuron.Estudos realizados com os Potenciais Auditivos Evocados de Tronco Encefálico (PEATE em trabalhadores com Perda Auditiva Induzida pelo Ruído (PAIR apresentam resultados díspares em relação ao comprometimento neuronal, além de não contemplar motoristas de ônibus como objeto de estudo. OBJETIVO: Avaliar pelo PEATE, em estudo clínico de série caso/controle, prospectivo, se há comprometimento das vias auditivas neurais em motoristas de ônibus com PAIR. MATERIAL E MÉTODO: Foram selecionados 50 motoristas de ônibus entre 27 e 40 anos portadores de PAIR leve a moderada; e 20 sujeitos entre 29 e 40 anos com audibilidade normal e sem antecedentes de exposição a ruído. Os PEATEs foram realizados e os traçados analisados. RESULTADOS: No grupo PAIR, os limiares auditivos em 3, 4

  2. Loucura e trabalho no encontro entre saúde mental e economia solidária Locura y trabajo en el encuentro entre salud mental y economía solidaria Madness and work in the articulation of mental health and solidarity economy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Campos Andrade

    2013-01-01

    Full Text Available A relação entre loucura e trabalho, no contexto da articulação saúde mental e economia solidária na elaboração de uma política pública intersetorial de inclusão social pelo trabalho, em curso desde 2004, é o tema de interesse deste relato de pesquisa realizado em dois momentos - pesquisa bibliográfica e pesquisa de campo. A pesquisa bibliográfica teve como foco os temas trabalho, exclusão/inclusão e subjetividade. Realizou-se a análise de documentos da reforma psiquiátrica, da economia solidária, da articulação desta com a saúde mental e o levantamento das experiências em curso no Brasil. A pesquisa de campo foi realizada em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPs, através do Dispositivo Intercessor, como práxis de intercessão visando a constituir uma iniciativa de inclusão social pelo trabalho. Esta pesquisa gerou reflexões a respeito do entrelaçamento entre a loucura e o trabalho em relação às formas, ao significado e ao impacto deste último na vida dos que buscam inclusão social. Na articulação saúde mental e economia solidária, pode-se observar que existe uma centralidade do trabalho onde a este são atribuídos significados como recurso terapêutico, direito humano, produtor de subjetividade e possibilidade concreta de cidadania e de emancipação como instrumento de inclusão social.La relación entre locura y trabajo, en el contexto de la articulación salud mental y economía solidaria en la elaboración de una política pública intersectorial de inclusión social por el trabajo, en curso desde 2004, es el tema de interés de este relato de investigación realizado en dos momentos - investigación bibliográfica e investigación de campo. La investigación bibliográfica tuvo como centro los temas trabajo, exclusión/inclusión y subjetividad. Se realizó el análisis de documentos de la reforma psiquiátrica, de la economía solidaria, de la articulación de esta con la salud mental y el

  3. O Trabalho dos agentes comunitários de saúde: entre a mediação convencedora e a transformadora The work of community health agents: between convincing and transforming mediation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Joana Bornstein

    2008-01-01

    Full Text Available Este artigo busca caracterizar as diferentes formas de mediação presentes no cotidiano do trabalho do agente comunitário de saúde - elemento inovador no quadro funcional da Estratégia Saúde da Família - , as quais oscilam entre o convencimento e a transformação. Considera que a função mediadora desempenhada pelos agentes pode ser de grande importância na mudança do modelo assistencial, na medida em que assuma um caráter transformador, e entende a educação popular como um caminho para o fortalecimento desta forma de mediação e para a mudança do modelo assistencial. O estudo possibilitou o conhecimento das práticas dos agentes comunitários de saúde e permitiu apontar questões consideradas fundamentais para que o modelo assistencial possa corresponder às necessidades e expectativas da população e se aproximar dos princípios de integralidade, eqüidade, humanização e participação popular.This article seeks to characterize the different forms of mediation present in the daily work of the community health agent - an innovative element in the functional framework of the Family Health Strategy - , which oscillate between convincement an transformation. It believes that the mediating role the agents have can be of major importance to change the assistential model as it takes-on a transforming character, and sees popular education as a path towards strengthening this type of mediation and to change the assistential model. The study allowed community health agent practices to be known and to point to issues that are considered as fundamental in order for the assistential model to be able to meet the needs and expectations of the population and come closer to the principles of integrality, equity, humanization and popular participation.

  4. Health-related quality of life and working conditions among nursing providers Calidad de vida asociada a la salud y condiciones de trabajo entre profesionales de enfermería Qualidade de vida associada a saúde e condições de trabalho entre profissionais de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Aparecida Silva

    2010-08-01

    enfermeros, técnicos y auxiliares de enfermería, predominantemente femenina (87,8% y que trabajaba en turnos diurnos y/o nocturnos. Los datos sociodemográficos, de condiciones de trabajo y de vida, hábitos de vida y síntomas de salud auto-referidos fueron obtenidos por medio de cuestionarios auto-aplicados: Resultados de Estudios de Salud-versión reducida, Escala de Estrés en el Trabajo y Desequilibrio Esfuerzo-Recompensa. Valores del coeficiente ³ 1,01 significan más esfuerzos que recompensas en el trabajo. Modelos de regresión logística ordinal de oportunidades proporcionales fueron ajustados para cada dimensión del SF-36. RESULTADOS: Aproximadamente 22% de la población fue clasificada como trabajando en condiciones de alto desgaste y 8% con más esfuerzos que recompensas en el trabajo. Las dimensiones con peores escores promedios en el SF-36 fueron vitalidad, dolor y salud mental. Alto desgaste en el trabajo, tener más esfuerzos que recompensas y ser enfermera se asociaron de manera independiente a los bajos escores de la dimensión de aspectos emocionales. Las dimensiones relacionadas con la salud mental fueron las que más sufrieron influencia de los factores psicosociales de trabajo. CONCLUSIONES: Tener más esfuerzos que recompensas mostró más asociación con la salud que el alto desgaste (altas demandas y bajo control. Los resultados indican que el análisis conjunto de los factores psicosociales de desequilibrio esfuerzo-recompensa y demanda-control contribuyó para la discusión sobre los roles profesionales, condiciones de trabajo y calidad de vida relacionada con la salud de profesionales de enfermería.OBJETIVO: Avaliar condições de trabalho associadas à qualidade de vida relacionada à saúde entre profissionais de enfermagem. MÉTODOS: Estudo transversal realizado em um hospital universitário de São Paulo, SP, em 2004-2005. A população estudada foi de 696 enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, predominantemente feminina (87

  5. Significado e sentido do trabalho docente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Itacy Salgado Basso

    Full Text Available O estudo tem como objetivo a compreensão do trabalho docente como um aprofundamento teórico-metodológico orientador da atividade de formação acadêmica e continuada de professores. Discute-se a natureza do trabalho docente, sustentando a sua particularidade, caracterizada por uma certa autonomia e denotando a importância da formação do professor para o exercício da prática pedagógica. A interpretação do trabalho docente foi empreendida através das categorias significado - finalidade dessa atividade fixada socialmente - e sentido do trabalho realizado pelo professor. A ruptura entre significado e sentido torna seu trabalho alienado, comprometendo ou descaracterizando a atividade docente.

  6. Entre aves, carnes e embalagens: divisão sexual e sentidos do trabalho em abatedouro avícola Among poultry, meat and packaging: sexual division and meanings of work in a poultry slaughterhouse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laila Priscila Graf

    2012-12-01

    Full Text Available Este artigo apresenta uma investigação sobre o trabalho de mulheres atuantes em um abatedouro avícola em Santa Catarina, Brasil. As concepções teóricas da divisão sexual do trabalho e da produção de sentidos pela psicologia do construcionismo social nortearam as análises. O conceito de trabalho foi compreendido a partir de uma dupla dimensão: como concreto (produtor de coisas úteis e abstrato (produtor de mercadorias. Com base na estratégia investigativa do estudo de caso, foi desenvolvida uma pesquisa de campo, com dois procedimentos principais: observações e oito entrevistas com trabalhadoras. Os resultados geraram duas grandes categorias temáticas, uma delas é apresentada aqui. Trata-se da divisão sexual do trabalho identificada tanto no âmbito produtivo como no doméstico. Os resultados, por meio da articulação analítica dos sentidos e da divisão sexual do trabalho, expuseram as relações assimétricas no trabalho na indústria de carne avícola e, consequentemente, no ambiente familiar.This article informs the results of a research which focus on the women's work at a small poultry slaughterhouse, in Santa Catarina State, Brazil. . The sexual division of labor and the meanings of work were supported by the social constructionism. The concept of work was understood from a double dimension: as concrete work (producing useful things and as abstract work (producing goods. Based on a case study, a qualitative approach was developed through observation and eight interviews with women workers. Based on the analytic articulation of meanings and sexual division of labor theories, the results showed the asymmetric relations at work in the poultry industry and also in the domestic place.

  7. Medo e evitação na direção de veículos: características de motoristas que nunca dirigiram após obtenção da Carteira Nacional de Habilitação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jessye Almeida Cantini

    2013-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Dirigir é fundamental na sociedade contemporânea, facilitando a mobilidade e a independência das pessoas. Portanto, aqueles com dificuldades em guiar um veículo podem experimentar sensações de limitação, estresse emocional e fracasso. OBJETIVO: Este estudo visa abordar descritivamente uma amostra de 93 pessoas habilitadas que buscaram por treinamento para motoristas, mas que não conseguiram dirigir após receber a Carteira Nacional de Habilitação. MÉTODOS: Os dados foram coletados em centro de treinamento especializado em pessoas com medo de dirigir. Os participantes preencheram um formulário dicotômico e realizaram uma entrevista objetiva com um psicólogo. Nas duas fases, consideramos respostas autorreferidas dos participantes. RESULTADOS: A maioria da amostra é do sexo feminino (89,2%, com idade entre 21 e 40 anos (59%. Entender as dificuldades no desenvolvimento dessas pessoas como motoristas é difícil, porém a necessidade foi o principal fator para a busca pelo treinamento. O medo de dirigir parece estar associado à falta de prática, sendo as preocupações acerca de causar acidentes, de errar e de perder o controle da situação suas principais manifestações. CONCLUSÃO: Muitos dados encontrados neste estudo são compatíveis com os achados da literatura mundial. Porém, percebemos algumas limitações. Mais estudos serão necessários para avaliar o medo de dirigir.

  8. Em Busca do Significado do Trabalho: relato de um estudo qualitativo entre executivos In search of the meaning of the work: overview of a qualitative study among executivesEn Busca del Significado del Trabajo: relato de un estudio cualitativo entre ejecutivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CODA, Roberto

    2004-01-01

    Full Text Available RESUMOO presente artigo é fruto de um estudo realizado junto a um grupo de executivos, que teve por objetivo compreender o significado atribuído ao trabalho. A pesquisa foi conduzida segundo a abordagem qualitativa, com base na Fenomenologia. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas individuais, adotando-se para o processo analítico, o método proposto por Giorgi (1985, composto de quatro passos e que parte dos depoimentos da experiência vivida para chegar à compreensão do fenômeno. Os resultados obtidos indicaram que o trabalho assume para cada indivíduo, um significado, uma função, relacionada aos seus desejos e necessidades, o que o transforma, portanto, num instrumento para realização dessas pessoas. O estudo permitiu ainda a identificação de 10 categorias de significado, que vão ao encontro dos resultados obtidos pelo Meaning of Working – MOW (1987 – sobre o tema. Constatou-se também que à medida que o trabalho consegue cumprir sua função, ou seja, quando é provido de significado para o indivíduo, há um sentimento de gratificação e prazer, o que leva à reflexão sobre a importância de estudos sobre o Significado do Trabalho, cujos resultados beneficiam: 1 os profissionais, pois as investigações levam a um questionar-se e, portanto, à busca de um maior conhecimento dos próprios desejos e necessidades, com conseqüente envolvimento com as atividades mais significativas; 2 as empresas, que podem buscar um maior ajuste entre os objetivos organizacionais e as expectativas dos indivíduos, resultando em qualidade, sinergia e eficácia.ABSTRACTThe present article is derived from of a study accomplished in a group of managers which objective aimed at understanding the meaning attributed by them to the work they perform. The research has been conducted according to a qualitative approach, based on Phenomenology. The collection of data was obtained through individual interviews, adopting as analytical

  9. Análise da dinâmica do trabalho portuário: estudo comparativo entre os portos do Mucuripe e do Pecém, no Ceará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Heloisa Maciel

    Full Text Available Resumo Introdução: apresenta-se uma análise do trabalho nos dois portos do Estado do Ceará – o Porto do Mucuripe, que, pela Lei de Modernização dos Portos de 1993, possui um Órgão Gestor de Mão de Obra responsável pela gestão dos Trabalhadores Portuários Avulsos, e o Porto do Pecém, terminal de uso privado misto, administrado por empresa pública, que funciona com prestadoras de serviços. Objetivos: comparar os portos quanto às condições de trabalho e à dinâmica laboral de operações específicas comuns aos dois portos, assim como os riscos à saúde dos trabalhadores envolvidos nas atividades operacionais. Métodos: entrevistas com gerentes, técnicos e trabalhadores, bem como observações e filmagens das operações portuárias nos anos de 2010 e 2011. Resultados: o trabalho em ambos os portos assemelha-se quanto a operações, maquinário e na exposição a riscos. A análise mostrou diferenças no tipo de carga manuseada nos dois portos e em algumas das atividades desenvolvidas, mas constatou-se que a principal diferença se dá na organização do trabalho. As diferenças residem na forma de contratação e remuneração, supervisão e ritmo de trabalho. Conclusões: as inovações tecnológicas, como informaram os entrevistados, levaram à redução de alguns agravos à saúde nos dois portos, mas a reestruturação produtiva, concretizada na lei, trouxe novos riscos ocupacionais e possibilitou a intensificação do ritmo de trabalho.

  10. Interfaces entre modelo produtivo e divisão do trabalho flexível: a visão do trabalhador sobre a terceirização no polo naval de Rio Grande

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eder Dion de Paula Costa

    2016-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é trazer uma reflexão sobre a pesquisa empírica realizada no Polo Naval de Rio Grande acerca do modelo flexível de organização produtiva e seu impacto nos processos de sociabilidade da classe trabalhadora. A perspectiva que se pretende mostrar é a do trabalhador terceirizado dentro da organização da produção e da divisão do trabalho, ambos flexíveis. O presente artigo é produto de reflexões a partir do projeto de dissertação de mestrado da segunda autora sobre a invisibilidade social causada pela terceirização elaborado para o Programa de Pós-graduação em Sociologia da Universidade Federal de Pelotas.

  11. O impacto das medidas neoliberais sobre a educação e o trabalho na Fundação Educandário Pestalozzi de Franca (SP): uma análise da trajetória da entidade entre as décadas de 1980 e 1990

    OpenAIRE

    Castro, Lucileida Mara de [UNESP

    2010-01-01

    Este trabalho tem como objetivo apresentar a trajetória da Fundação Educandário Pestalozzi, de Franca (SP) e estabelecer a inter-relação entre a entidade e a conjuntura na qual ela se inseriu ao longo desse percurso, seja no âmbito local, nacional ou internacional. Complexa e múltipla, a estrutura da Instituição permeia várias políticas públicas: as sociais, as educacionais e as econômicas. A partir da interface existente entre as variáveis dessa rede de circunstâncias, foi sendo estruturado,...

  12. Lazer, a vida além do trabalho para uma equipe de futebol entre trabalhadores de hospital El ocio, la vida más allá del trabajo para un equipo de fútbol entre trabajadores de hospital Leisure, life besides work for a soccer team of hospital workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela Andrade Aukar de Camargo

    2003-08-01

    Full Text Available Visando a promoção da saúde mental do trabalhador, e minimizar o estresse e fadiga no cotidiano profissional, investigamos o significado do trabalho, do lazer e suas implicações, para 24 homens, trabalhadores de um hospital-escola paulista, que integram uma equipe de futebol, freqüentadores da associação recreativa desta unidade. Optamos pela Pesquisa Ação, numa abordagem humanista, qualitativa, analisando as falas por categorização, subsidiando a elaboração do projeto educativo. Coletamos dados através de entrevistas e observação participante e a fotografia como instrumento de apoio. Os pesquisados, na maioria casados, com filhos, recebendo, em média, R$ 650,00, trabalham em locais próximos, favorecendo os contatos para os jogos. Para eles, o trabalho, garante a sobrevivência pessoal e familiar, e o lazer, diversão, descanso, integração e valorização da família e dos amigos. Evidenciam a importância do desafio no futebol, meio propulsor de promoção de saúde, resgate da auto-estima, alegria, liberdade, criatividade, espontaneidade, preparando-o melhor para a vida pessoal e profissional.Buscando la promoción de la salud mental del trabajador, en detrimento del estrés y la fatiga en el cotidiano profesional, investigamos el significado del trabajo y ocio para ellos, averiguando sus implicaciones en el cotidiano. En la Investigacion Acción utilizamos el abordaje humanista, cualiquantitativo, analizando datos por categorización. Investigamos 24 hombres, trabajadores de un hospital-escuela de una ciudad del Estado de São Paulo (Brasil, lo cuales frecuentan una asociación recreativa de esa institución y participan de uno equipo de fútbol. Buscamos lo datos por medio de entrevistas y observación participante, utilizando formulario y foto. En el análisis por categorización, los participantes se revelaron en su mayoría casados, con hijos, recibiendo en promedio R$650,00(seiscientos cincuenta reales U$ 220 dolares

  13. Cargas e desgastes de trabalho vivenciados entre trabalhadores de saúde em um hospital de ensino Descripción de cargas de trabajo y el desgaste experimentado entre trabajadores de salud en un hospital universitario Description of workloads and fatigue experienced among health workers in a teaching hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leni de Lima Santana

    2013-03-01

    Full Text Available Estudo exploratório, de caráter descritivo e de abordagem quantitativa, alicerçado nas categorias "processo de trabalho", "cargas de trabalho" e "desgaste" em um hospital de ensino em Curitiba, região sul do Brasil. Neste artigo, são caracterizadas as cargas e os desgastes vivenciados em um hospital universitário, captados pelo estudo prévio intitulado "Sistema de monitoramento da saúde do trabalhador de enfermagem" (SIMOSTE. Os resultados demonstram que o gênero feminino foi o mais acometido (85,9%; os profissionais mais afetados foram os auxiliares de enfermagem (53,1%. O maior número de afastamentos ocorreu por doenças do sistema osteoarticular (25,2% e, dentre as cargas apresentadas, as mais expressivas foram as mecânicas e fisiológicas, com 33,06%, cada. Estes resultados poderão subsidiar estratégias de intervenção nas políticas direcionadas à saúde do trabalhador, para assegurar uma melhor qualidade de vida a este profissional e, por consequência, promover melhorias na qualidade da assistência prestada ao usuário.Estudio exploratorio, descriptivo y cuantitativo, basado en el proceso de trabajo, las cargas de trabajo y el desgaste en un hospital universitario en Curitiba, sur de Brasil. En este artículo se caracteriza la carga y el estrés experimentado en un hospital universitario, planteada por un estudio previo titulado "Sistema de vigilancia de la salud de los trabajadores de enfermería". Los resultados muestran que las mujeres (85,9% y los auxiliares de enfermería eran los profesionales más afectados (53,1%. El mayor número de ausencia del trabajo se debieron a enfermedades del sistema musculoesquelético (25,2% y entre los cargos presentados, los más significativos fueron el mecánico y el fisiológico con el 33,06% cada uno. Estos resultados pueden apoyar las estrategias de intervención en las políticas dirigidas a la salud de los trabajadores, para garantizar una mejor calidad de vida a este trabajo y

  14. Mudando o foco: um estudo exploratório sobre uso de drogas e violência no trabalho entre mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro, Brasil Cambiando el foco: un estudio exploratorio acerca del uso de drogas y violência en el trabalho de mujeres de las classes populares de Rio de Janeiro, Brasil Changing the focus: an exploratory study of drug use and worplace violence among women of popular classes in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Maria Scherlowski Leal David

    2005-12-01

    Full Text Available Este é um estudo exploratório para o mapeamento de fatores envolvidos na relação entre uso de drogas lícitas e ilícitas e violência no trabalho, em um grupo de mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro. Para este estudo foi utilizada uma abordagem quantitativa descritiva e analítica, e também abordagem qualitativa a partir de entrevistas aprofundadas com mulheres que sofrem ou haviam sofrido situações de violência no trabalho, utilizando a metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo. Os resultados evidenciam situações sócio-demográficas e de trabalho que podem ser consideradas como possíveis fatores de risco para o consumo de drogas e violência no trabalho. A análise qualitativa mostrou a forma como este grupo de mulheres vê o fenômeno do uso de drogas e da violência no trabalho, ampliando a compreensão sobre estas questões e fornecendo subsídios conceituais e metodológicos para estudos adicionais sobre o tema.La finalidad de este estudio exploratorio fue conocer los factores relacionados con el uso de drogas lícitas e ilícitas y la violencia en el trabajo en un grupo de mujeres de clases populares en la ciudad de Rio de Janeiro. Para este estudio se utilizó una aproximación cuantitativa descriptiva y analítica, además de una aproximación cualitativa a partir de entrevistas en profundidad con mujeres que sufren o habían sufrido situaciones de violencia en el trabajo. Se utilizó la metodología de análisis del discurso del sujeto colectivo. Los resultados evidencian situaciones sociodemográficas y de trabajo que pueden ser consideradas como posibles factores de riesgo para el consumo de drogas y violencia en el trabajo. El análisis cualitativo muestra como este grupo de mujeres percibe el fenómeno del uso de drogas y de violencia en el trabajo, ampliando la comprensión sobre estas cuestiones y dando aportes conceptuales y metodológicos para estudios adicionales sobre el tema

  15. Associação de variáveis meteorológicas com os afastamentos do trabalho devido a doenças respiratórias: um estudo entre trabalhadores dos correios de Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Pires Bitencourt

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As doenças do aparelho respiratório (DAR em trabalhadores são, com frequência, atribuídas ao ambiente de trabalho ou ao tipo de atividade. Poucos estudos relacionam as DAR com as condições de tempo. OBJETIVO: Este artigo tem como objetivo identificar a existência desta relação através da comparação da taxa de afastamento do trabalho com as médias mensais de variáveis meteorológicas. MÉTODOS: Para tanto, calculou-se a correlação dos afastamentos com as médias mensais de temperatura e umidade, com os valores mínimos mensais de temperatura e umidade e com a maior queda de temperatura em 24h ocorrida no mês. A série de dados meteorológicos com melhor correlação foi dividida em quartis (25% para identificar os valores típicos de afastamento em situações extremas de temperatura ou umidade. Os afatamentos por DAR foram calculados em trabalhadores dos Correios de Santa Catarina e os dados meteorológicos foram obtidos da reanálise de modelos numéricos. O período analisado compreendeu janeiro de 2001 a dezembro de 2007, totalizando 84 meses. RESULTADOS: Os afastamentos do trabalho devido às DAR obtiveram melhor associação, em ordem de importância, com a temperatura média do mês, a temperatura mínima do mês e o maior declínio de temperatura do mês. Todas essas correlações obtiveram significância estatística de 0,1%. A umidade do ar não demonstrou associação com a taxa de afastamento. CONCLUSÃO: Conclui-se que as maiores taxas de afastamento do trabalho devido às DAR ocorrem nos meses mais frios e secos.

  16. Psychiatric disorders among individuals who drive after the recent use of alcohol and drugs Transtornos psiquiátricos entre indivíduos que dirigem sob uso recente de álcool e drogas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sibele Faller

    2012-10-01

    Full Text Available INTRODUCTION: This cross-sectional study assessed the prevalence of psychiatric disorders among drivers , as well as the association between recent alcohol and drug use and psychiatric diagnoses using telephone interviews. METHODS: Drivers (n = 1,134 included in a roadside survey from 25 Brazilian state capitals were given a breathalyzer test, and their saliva was tested for psychoactive drugs. A telephone interview was conducted to perform psychiatric disorder evaluations using the MINI. This association was analyzed with a Poisson regression model. RESULTS: The prevalence of any psychiatric disorder was 40.5% among drivers with recent alcohol or drug use, compared with 12.9% among the other drivers. Alcohol/drug-positive drivers reported a higher prevalence of depression (19.4%, mania (6.5%, hypomania (5.4%, post-traumatic stress disorder (8.6%, antisocial personality (7.8%, and substance/alcohol abuse or dependence (48.1% compared with other drivers (3.5, 2.5, 2.1, 0.5, 1.3 and 18.3% [p INTRODUÇÃO: Este estudo transversal avaliou a prevalência de transtornos psiquiátricos e a associação entre dirigir alcoolizado e transtornos psiquiátricos entre motoristas por meio de entrevistas telefônicas. MÉTODO: Motoristas (n = 1.134 selecionados a partir de um estudo realizado nas rodovias de 25 capitais brasileiras foram etilometrizados e tiveram sua saliva testada para substâncias psicoativas. Uma entrevista por telefone foi realizada para obter dados sobre transtornos psiquiátricos através do MINI. A associação entre transtornos psiquiátricos e dirigir com uso recente de substâncias foi analisada com um modelo de regressão de Poisson. RESULTADOS: A prevalência de transtornos psiquiátricos foi de 40,5% entre os motoristas que beberam/usaram drogas, em comparação com 12,9% nos demais motoristas. Motoristas que dirigiram com uso recente de substâncias relataram uma maior prevalência de depressão (19,4%, mania (6,5%, hipomania (5

  17. ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE A VISÃO DOS PROPRIETÁRIOS SOBRE OS SISTEMAS DE TRABALHO DE ALTO ENVOLVIMENTO (STAE E SEUS IMPACTOS SOBRE O POTENCIAL DE CRESCIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denilson Aparecida Leite Freire

    2017-12-01

    Full Text Available Analisou-se o impacto da visão do proprietário sobre as práticas de gestão de pessoas utilizadas e se essas contribuem ou não para o crescimento das MPE´s. Trabalhou-se, então, com três variáveis: primeiro, a visão do proprietário, analisada por meio da teoria de identidade organizacional (IO, na percepção deste; em segundo lugar, a adoção de sistemas de trabalho de alto envolvimento (STAE e, em terceiro, o potencial de crescimento (PC da empresa.  Foi realizado um levantamento com os proprietários de empresas de micro e pequeno porte da região sudeste. Foram obtidas 109 respostas. Os resultados comprovaram que há impacto positivo do caráter normativo de Identidade Organizacional nos Sistemas de Trabalho de Alto Envolvimento e desses sobre o potencial de crescimento das MPE´s. Comprovou, também, que há um impacto negativo do caráter utilitarista de IO sobre o STAE e que há impactos da identidade normativa e utilitarista sobre o PC

  18. Estudo da audição e da qualidade de vida em motoristas de caminhão Study of hearing and quality of life in truck drivers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Lopes

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: estudar a audição e a sua relação com a qualidade de vida em motoristas de caminhão. MÉTODOS: realizou-se um estudo epidemiológico do tipo transversal de inquérito. Estudou-se 75 motoristas de caminhão, que responderam a anamnese, preencheram o questionário sobre Qualidade de vida (WHOQOL-bref e se submeteram a audiometria tonal liminar e logoaudiometria. Classificou-se a Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR, segundo o critério utilizado por Fiorini (1994. RESULTADOS: dos 75 audiogramas analisados, 50 sujeitos (66,7% apresentaram audição dentro dos padrões de normalidade (Grupo 1 e 25 sujeitos (33,3% apresentaram audiogramas com alterações: 20 (80,0% foram classificados como sugestivos de PAIR (Grupo 2 e cinco (20,0% foram sugestivos de outras causas (Grupo 3. Houve associação e/ou dependência entre os Grupos e a Idade (p=0,007 e entre os Grupos e os Anos de Profissão (p = 0,049. No Grupo 1 - Normalidade, houve correlações estatisticamente significantes para os domínios: Físico x Psicológico (pPURPOSE: to study hearing in relation to the quality of life in truck drivers. METHODS: an inquiring transversal epidemiological study was realized in 75 truck drivers, who answered to anamnesis and filled the World Health Organization questionnaire on quality of life - WHOQOL-bref, and underwent pure tone and speech audiometry. Noise induced hearing loss (NIHL was classified, according to Fiorini's (1994 criterion. RESULTS: out of 75 evaluated audiograms, 50 subjects (66.7% showed normal hearing (Group 1 and 25 subjects (33.3% showed altered audiograms, being 20 (80.0% classified as suggestive of NIHL (Group 2 and 5 (20,0% were suggestive of other causes (Group 3. There was an association and/or dependence between groups and age (p=0,007 and between groups and years in the profession (p = 0.049. In Group 1 - Normal, there were statistically significant correlations for the domains: Physical x Psychological (p<0

  19. Associação entre as características individuais e sócio-econômicas e os acidentes do trabalho em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil Association between individual and socioeconomic characteristics and work-related accidents in Pelotas, Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela da Costa Lima

    1999-09-01

    Full Text Available O presente estudo, do tipo caso-controle, teve como objetivo estudar a associação entre as características individuais e sócio-econômicas e os acidentes de trabalho. Os casos (n = 264 foram acidentes de trabalho típicos notificados do Instituto Nacional de Seguridade Social de Pelotas em 1996. Os trabalhadores foram entrevistados em suas residências, com um questionário padronizado. Foram excluídos os dois acidentes que levaram a óbito e os que afastaram o acidentado do trabalho por menos de sete dias. Para cada caso, foram selecionados três tipos de controle: um colega de trabalho, um vizinho e um controle populacional. Os critérios de emparelhamento foram idade (mais ou menos cinco anos, sexo e não ter sofrido acidente no último mês. Todos os casos e controles tinham vínculo formal de trabalho e residiam na zona urbana da cidade. Os dados foram analisados por meio de regressão logística condicional. A escolaridade e a renda familiar mensal foram as principais variáveis preditoras dos acidentes do trabalho. Os efeitos da idade, da cor da pele, do hábito de fumar, da dependência de álcool (questionário CAGE e dos eventos estressantes desapareceram após o ajuste para escolaridade e renda.A case-control study was conducted to study the association between individual and socioeconomic characteristics and occupational accidents. Cases were 264 workers who had suffered a "typical" occupational accident registered at the National Institute of Social Security in the city of Pelotas in 1996. Workers were interviewed in their homes with a standardized questionnaire. Two fatal accidents were excluded, as were those leading to absence from work for less than seven days. For each case, three controls were selected: a colleague from the same workplace, a neighbor, and a population control. These were matched to cases by age (±5 years and sex and had not suffered a work-related accident in the preceding month. All cases and controls

  20. Associação entre características pessoais, organização do trabalho e presença de dor em funcionários de uma indústria moveleira Association between personal traits, labour organization and occurrence of pain in employees at a furniture manufacturer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Zenji Costa Tsuchiya

    2009-12-01

    Full Text Available Os distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho são afecções que atingem os tecidos moles. Têm um nexo causal com fatores de risco ergonômicos e um caráter insidioso e multifatorial, apresentando como sintoma comum dores musculoesqueléticas. O objetivo deste estudo foi investigar possível associação entre características pessoais, organização do trabalho e presença de dor em funcionários de uma indústria moveleira no município de Araçatuba, SP. Foi aplicado um questionário a uma amostra de 158 funcionários de diversos setores da empresa, com questões de caráter sociodemográfico (sexo, idade, trabalhista (setor, tempo de serviço, função desempenhada e jornada de trabalho semanal, bem como sobre sintomas dolorosos musculoesqueléticos. Dor foi relatada por 58,9% dos funcionários e relacionada de maneira significativa com o sexo (p=0,0001, setor de trabalho (p=0,0021, função desempenhada (p=0,0135 e jornada de trabalho semanal (p=0,0123. A dor predominou em mulheres, dependendo do setor, da função desempenhada e da jornada de trabalho semanal. Para tentar saná-la, a maioria dos trabalhadores usa medicamentos ou adota a atitude de ignorá-la. Os resultados sugerem a necessidade de intervenção fisioterapêutica preventiva.Work-related musculoskeletal disorders are diseases that affect the soft tissues. Of an insidious and multifactor nature, they often result from ergonomic risks, and show pains as a common symptom. This study searched for possible associations between personal features, labour organization and pain incidence among employees at a furniture manufacturer in the city of Araçatuba, SP. A questionnaire was administered to a sample of 158 employees from the company's different sectors in 2007, with questions addressing age and sex, labour issues (sector, seniority, position, and weekly working hours, as well as musculoskeletal pain symptoms. Pain was reported by 58.9% of the employees and

  1. Trabalho abdominal no pós-parto : relação entre a distância inter-retos do abdómen e a capacidade dos músculos abdominais na estabilidade da bacia.

    OpenAIRE

    Vaz, Cristiana Gomes

    2015-01-01

    Mestrado em Exercício e Saúde Tipo de Estudo: Estudo observacional. TEMA: A diástase abdominal (DRA) descrita como o aumento da distância horizontal entre os bordos internos dos músculos retos do abdómen - distância inter-retos (DIR) é uma condição comum em mulheres grávidas e no pós-parto imediato. Existe falta de informação acerca das implicações da DRA e sobre a DIR aumentada na função dos músculos abdominais. OBJETIVOS: Analisar a relação entre a DIR e a função abdomi...

  2. Trabalho e responsabilidades familiares no Brasil: reflexões sobre os direitos do trabalho

    OpenAIRE

    Andréa de Sousa Gama

    2013-01-01

    Entender a relação entre trabalho e vida familiar, no capitalis-mo, requer reconhecer que essas dimensões estão em conflito, adquirin-do novos contornos com a maciça entrada feminina no mercado detrabalho. A feminização dos mercados de trabalho coincidiu com a trans-formação da organização do trabalho e da produção, incrementandoessas tensões. A estas mudanças se associam as sociodemográficas que geraram variações na estrutura das famílias, criando uma nova relação entre demanda e oferta de c...

  3. ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE A VISÃO DOS PROPRIETÁRIOS SOBRE OS SISTEMAS DE TRABALHO DE ALTO ENVOLVIMENTO (STAE) E SEUS IMPACTOS SOBRE O POTENCIAL DE CRESCIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

    OpenAIRE

    Denilson Aparecida Leite Freire

    2017-01-01

    Analisou-se o impacto da visão do proprietário sobre as práticas de gestão de pessoas utilizadas e se essas contribuem ou não para o crescimento das MPE´s. Trabalhou-se, então, com três variáveis: primeiro, a visão do proprietário, analisada por meio da teoria de identidade organizacional (IO), na percepção deste; em segundo lugar, a adoção de sistemas de trabalho de alto envolvimento (STAE) e, em terceiro, o potencial de crescimento (PC) da empresa.  Foi realizado um levantamento com os prop...

  4. Entre a organização do trabalho e o sofrimento: o papel de mediação da atividade Between work organization and suffering: the mediation role of the activity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlia Issy Abrahão

    2004-12-01

    Full Text Available Os modelos de organização do trabalho, em geral, não contemplam a flexibilidade necessária para lidar com as situações variadas e complexas. Os trabalhadores, nesse contexto, desenvolvem estratégias, que muitas vezes burlam as normas, mas propiciam melhores resultados na execução da atividade e na economia psíquica dos sujeitos. Este estudo pretende ilustrar como elementos da organização do trabalho contribuem ou dificultam a execução de tarefas nas quais o trabalhador é confrontado a situações críticas, sendo solicitado durante a jornada a responder demandas, solucionar problemas e tomar decisões sob pressão temporal. O artigo é desenvolvido tendo como suporte empírico um estudo de caso realizado numa central de atendimento.Models of work organization do not usually consider the necessary flexibility in dealing with complex and varied job situations. Within this context, strategies that sometimes cheat rules or norms are developed by employees. These strategies may produce better task results and cognitive economy for them. This study aims to discuss how work organization elements may either to make difficult or help employees under critical working conditions. That is, situations in which workers are required to respond to demands, take decisions and problem solving under time pressure. This paper is supported by empirics data from the results of the study realized in the call-center.

  5. A relação entre o trabalho, a saúde e as condições de vida: negatividade e positividade no trabalho das profissionais de enfermagem de um hospital escola La relación entre trabajo, salud y condiciones de vida: negatividad y positividad en el trabajo de profesionales de enfermería en un hospital de enseñanza The relation between work, health and living conditions: negativity and positivity in nursing work at a teaching hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marisa Aparecida Elias

    2006-08-01

    Full Text Available Este artigo é resultado de pesquisa realizada com profissionais de enfermagem do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia, MG, e teve por objetivo investigar as relações entre o trabalho, a saúde e as condições de vida daquelas profissionais. Os dados foram coletados através de entrevistas semi-estruturadas e de observações do ambiente de trabalho. Os resultados apontam ser comum a ocorrência de problemas de saúde orgânicos e psíquicos decorrentes principalmente do estresse e do desgaste provocado pelas condições laborais, com reflexos nas condições de vida. Paradoxalmente, os dados revelam que aquelas trabalhadoras não realizam seus tratamentos de saúde de forma sistematizada. A análise do trabalho, articulada à questão de gênero e à especificidade da atividade de enfermagem, contribuiu para melhor compreensão das condições de trabalho, vida e de saúde desse grupo profissional.Este artículo resulta de una investigación llevada a cabo con profesionales de enfermería del Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (MG, situado en Uberlândia (MG, Brasil y tuvo como objetivo investigar las relaciones existentes entre el trabajo, la salud y las condiciones de vida de esas profesionales. La recopilación de datos fue realizada a través de entrevistas semiestructuradas y de observaciones del ambiente de trabajo. Los resultados indican que es común la ocurrencia de problemas de salud orgánicos y psíquicos provenientes principalmente del estrés y del desgaste provocado por las condiciones de trabajo, con reflejos en las condiciones de vida. Paradojalmente, los resultados señalan el hecho que estas trabajadoras no realizan sus tratamientos de salud de forma sistematizada. El análisis del trabajo, articulada a la cuestión de género y la especificidad del trabajo de la enfermería, contribuyó para una mejor comprensión de las condiciones de trabajo, vida y salud de este grupo

  6. WORK PLACE RELATIONS AND PERSONNEL MANAGEMENT: BETWEEN THE MICRO AND MACRO? EPISTEMOLOGICAL PROVOCATIONS RELACIONES DE TRABAJO Y GESTIÓN DE PERSONAS: ¿ENTRE EL MACRO Y EL MICRO? PROVOCACIONES EPISTEMOLÓGICAS RELAÇÕES DE TRABALHO E GESTÃO DE PESSOAS: ENTRE O MACRO E O MICRO? PROVOCAÇÕES EPISTEMOLÓGICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carvalho Neto

    2013-01-01

    ón; contexto condicionante (individualismo metodológicoversus contexto determinante (colectivismo metodológico. Se discute la contribución del marxismo y delpositivismo, y se sitúa a la escuela frankfurtiana entre esos dos extremos. Las contribuciones de esos grandes campos pueden tener relevancia para los lados que sobresalen tanto por el macro como por elmicro, si existe alguna posibilidad de conversación epistemológica de manera desarmada y con un mínimo de prejuicios.O objetivo  deste artigo  é provocar a discussão sobre nossas escolhas epistemológicas à luz do debatesobre o primado do macro ou do micro na metodologia das pesquisas nos campos das Relações de Trabalho (RT e da Gestão de Pessoas (GP. Grosso modo, o campo de RT é identificado com um olhar macro, enquanto  o da GP  identifica-se com o micro. Autores de RT centram sua análise na força dos contextoscomo determinantes dos fenômenos, enquanto autores de GP trabalham com a noção de contexto condicionante. O artigo faz exercícios com temas de RT e de GP para problematizar o que é micro ou macro, associando esses dois campos respectivamente à polarização entre: subjetivismo versus objetivismo;irracionalismo versus racionalismo; ação do indivíduo versus estrutura; volição do indivíduo versus não volição; contexto condicionante (individualismo metodológico versus contexto determinante (coletivismo metodológico. Discute-se a contribuição do marxismo e do positivismo, e situa-se a escola frankfurtianaentre esses dois extremos. As contribuições desses grandes campos podem ter relevância para os lados que primam tanto pelo macro quanto pelo micro, se houver alguma possibilidade de conversa epistemológica de maneira desarmada e com um mínimo de preconceitos.

  7. Entre a inibição e o ato: fronteiras do trabalho analítico com crianças Between inhibition and action: borders of analytic work witer children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jussara Falek Brauer

    2000-01-01

    Full Text Available O propósito, no presente texto, é de teorizar sobre o brincar utilizado como meio no trabalho analítico no caso de crianças graves. O brincar será aqui enfocado na perspectiva da passagem ao ato, fenômeno presente em casos de psicose, a partir de onde se proporá uma articulação. A inibição, conceito proposto por Freud, será trazida enquanto antípoda do ato, fenômeno observado igualmente em casos de psicose, principalmente aqueles que ocorrem na infância.The purpose of this text is to theorise about the playing method used as manner of analysing serious kids. This playing method will be understood here, from the point of view of the acting out, a phenomenon present on the psychosis cases, from where it shall be made an enunciation. Freud’s inhibition concept is also observed in childhood psychosis cases which can hamper the analyst’s work.

  8. Relação contemporânea entre trabalho, qualificação e reconhecimento: repercussões sobre os trabalhadores técnicos do SUS The contemporary relationship between work, qualification and recognition: repercussions on the Unified Health System (SUS workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filippina Chinelli

    2013-06-01

    Full Text Available Este artigo discute a relação entre trabalho, qualificação e reconhecimento tal como ocorre hoje no âmbito da saúde, considerando mais especificamente a inserção laboral dos trabalhadores técnicos no SUS, a maneira como percebem as relações de trabalho nas quais se inserem e a autoconstrução de suas subjetividades. Com base na revisão da literatura pertinente, o tema é tratado no contexto mais geral das mudanças em curso no mundo do trabalho, as quais estão associadas à intensificação, à flexibilização e à precarização das relações de trabalho, com rebatimentos nos aspectos específicos mencionados. Procura-se estabelecer um diálogo crítico com a vertente analítica que enfatiza o cotidiano de trabalho como instância privilegiada de superação das contradições que hoje caracterizam o campo do trabalho e da educação no SUS. O texto põe ênfase nas seguintes questões: na análise da relação trabalho-educação sob a ótica do conceito de qualificação; na ampliação do significado do trabalho em saúde; e na avaliação crítica de políticas que acabam por responsabilizar os trabalhadores pela qualidade do serviço prestado.This paper discusses the relationship between work, qualification and recognition as it occurs in the field of health today, specifically considering the employability of technical workers in the Unified Health System, the way they perceive the employment relationship with respect to their self-esteem regarding their subjectivities. Based on a review of the relevant literature, the subject is treated in the wider context of ongoing changes in the workplace, which are associated with intensification, flexibility and precariousness of labor relations, with repercussions on the specific aspects mentioned. An attempt is made to establish a critical dialogue with the analytical aspect that emphasizes daily work as a privileged forum for overcoming the contradictions that characterize the

  9. Alcoolismo no trabalho

    OpenAIRE

    Heliete Karam

    2005-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Este trabalho é um estudo do alcoolismo no ambiente interno empresarial. Seu principal material é de realizar um levantamento, em empresas do mercado atacadista/distribuidor de grande porte localizadas em Uberlândia, visando conhecer como vem sendo tratado o alcoolismo no ambiente interno dessas empresas.

  10. Joséphine Schouteden-Wéry no litoral belga: uma bióloga entre o trabalho de campo e a formação de coleções

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alda Heizer

    2014-09-01

    Full Text Available O texto apresenta resultados e aspectos relacionados à prática de campo da bióloga Joséphine Schouteden-Wéry no litoral belga. Tais informações encontram-se em artigo publicado no periódico Recueil de L’Institut Botanique Léo Errera, da Universidade de Bruxelas, em 1911. Schouteden-Wéry dá uma resposta à Real Sociedade de Ciências Naturais e Médicas de Bruxelas sobre os fatores geológicos, climáticos, hidrológicos, entre outros, que regulam a distribuição geográfica das espécies. A bióloga participou de viagens de estudos no Congo, colônia belga no continente africano, e desempenhou papel de destaque atuando junto à L’Union des Femmes Coloniales.

  11. Satisfação no trabalho: um estudo entre os funcionários dos hotéis de João Pessoa Satisfaction in working: a study on the hotel employees in João Pessoa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson Aleixo da Silva Junior

    2001-06-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo verificar o nível de satisfação no trabalho, entre os funcionários dos hotéis de João Pessoa, tendo como referencial a teoria dos dois fatores de Frederick Herzberg. Dos 456 funcionários nos 14 hotéis com capacidade a partir de 70 leitos, foram estudados 69, provenientes dos hotéis da praia e dos hotéis centrais. Os dados foram coletados mediante um questionário e, em seguida, após a análise chegou-se à conclusão de que os funcionários estão satisfeitos no trabalho.This study aims to verify the level of satisfaction at work among the hotel employees in João Pessoa and it based on Frederick Herzberg’s two factory theory. It was taken a sample of 69 subjects out of 456 employees of the 14 beach and downtown hotels with a minimum capacity of 70 bedrooms. Those employees were given a questionnaire in order to get all the needed data. The conclusions drawn from the analysis was that the employees are satisfied with their jobs.

  12. Representações do trabalho informal e dos riscos à saúde entre trabalhadoras domésticas e trabalhadores da construção civil Representations of informal jobs and health risks among housemaids and construction workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Alberto Bernstein Iriart

    2008-02-01

    Full Text Available Nas últimas décadas, o mercado de trabalho no Brasil tem apresentado um aumento de trabalhadores não registrados. Trabalhadores informais, além de remunerações abaixo do mínimo legal, não contam com seguridade social, e medidas de prevenção de riscos. Este estudo teve por objetivo a análise das representações e percepções sobre a informalidade do contrato de trabalho e dos riscos à saúde entre trabalhadores informais acidentados. A pesquisa foi qualitativa, baseada em entrevistas em profundidade realizadas com dezessete trabalhadores, nove trabalhadoras domésticas e oito operários da construção civil. Observou-se que os trabalhadores reconhecem a importância do trabalho formal, principalmente pela garantia dos direitos trabalhistas, apontando a desvalorização simbólica do trabalho informal com repercussão em sua auto-estima. Ambos os grupos tenderam a minimizar os riscos de acidentes de trabalho, e não associaram o trabalho informal a maior risco de acidentes ou doenças. Identificou-se a necessidade sentida de formalização dos vínculos de trabalho pelos trabalhadores. Os resultados do estudo demonstram a necessidade de maior divulgação e discussão dos direitos trabalhistas e da construção de políticas públicas que contemplem a segurança e saúde destes trabalhadores.During the past few decades, the Brazilian labor market has been characterized by an increase of unregistered workers, earning lower wages, not covered by social insurance or occupational risk prevention programs. This study describes the representations and perceptions about informal work contracts and job-related health risks, analyzed in a group of injured unregistered workers. This was a qualitative study based on in-depth interviews carried out with seventeen laborers, nine housemaids and eight construction workers. The findings indicate that workers recognize the importance of formal jobs, mainly because of legal guarantees of labor rights

  13. Relações entre saúde e trabalho docente: percepções de professores sobre saúde vocal Relationships between health and teaching: teachers' perceptions about vocal health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Zanella Penteado

    2007-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer percepções de professores acerca do processo saúde-doença relacionado à voz. MÉTODOS: Foi realizada uma pesquisa qualitativa, que emprega o grupo focal para a coleta de dados e a análise de conteúdo para a organização das percepções dos professores em conjuntos temáticos. RESULTADOS: Foram identificados quatro conjuntos temáticos: conhecimento e cuidados, preocupações e representações, identificação dos problemas e maneiras de enfrentá-los. CONCLUSÕES: O estudo põe em questão as tradicionais ações educativas em saúde vocal e confirma a necessidade de os profissionais envolvidos com a promoção da saúde docente assumirem a saúde como um recurso aplicado à vida das pessoas. Eles devem ampliar seus objetivos e focos de ação, incluindo questões da organização do trabalho e vida cotidiana, subjetividade e qualidade de vida, para melhor responderem às necessidades e maneiras de o professor perceber e lidar com o processo saúde-doença.PURPOSE: The purpose of this research was to know teachers' perceptions about the health-disease process related to their voices. METHODS: A qualitative research was carried out, using the focal group for data collection and content analysis for the organization of the teachers' perceptions into theme groups. RESULTS: Four theme groups were identified: knowledge and care, preoccupations and representations, problem identifications and manners to face them. CONCLUSIONS: The study questions traditional educative actions in vocal health and confirms the need for professionals involved with the promotion of teachers' health to assume health as a resource applied to people's lives. They must enlarge their objectives and action focuses, including matters regarding work organization and daily life, subjectivity and quality of life, in order to better respond to the teachers' needs and ways to acknowledge and deal with the health-disease process.

  14. Sociologia, sociologia do trabalho

    OpenAIRE

    Freire, João

    1993-01-01

    Numa primeira parte, o autor esboça uma reflexão sobre a disciplina da sociologia do trabalho, referindo os seus sucessivos objectos de análise: a actividade do homem produtor; o movimento operário; as ocupações e profissões; as organizações e empresas. Num segundo momento, passam-se em revista quase vinte anos de história do ensino desta disciplina no ISCTE. In the first part, the author reflects on the sociology of work, referring to its different subjects of analysis: the activity of ma...

  15. Migração de 81 epilépticos entre as modalidades de trabalho, desemprego e aposentadoria: três anos de seguimento ambulatorial Migration in different sorts of work, unemployment and retirement of 81 epileptic patients: three-year follow-up study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MOACIR ALVES BORGES

    2000-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar as migrações dos epilépticos entre modalidades de trabalho remunerado (formal e informal, o não remunerado e, também, os desempregados e aposentados. Foram analisados evolutivamente (coort 81 pacientes com epilepsia, do Ambulatório de Epilepsia do Hospital de Base de São José do Rio Preto, SP. As percentagens de epilépticos em cada uma das modalidades em março 1996 foram comparadas com as percentagens obtidas por ocasião da última avaliação no transcorrer de 3 anos. A percentagem de epilépticos nas mesmas modalidades não sofreram mudanças estatisticamente significantes. Entretanto, houve importantes migrações entre diferentes modalidades de trabalho, para o desemprego e para aposentadoria. A presente pesquisa mostra a tendência de migração de pacientes epilépticos para diferentes modalidades de trabalho de menor qualificação e segurança social ou para aposentadoria precoce.This study aims to assess epileptic patients migration in different sorts of paid/non paid and formal/informal work, unemployment and retirement. Eighty one epileptic patients were evolutively analyzed (cohort at the Epilepsy Department of Hospital de Base, Medical School, São José do Rio Preto, Brazil. The epileptic percentages in different sorts of work, in March 1996 was compared with the one after three-year follow-up period in March 1999. There were no statistical significant changes among the same sorts of work in this period. However, there were intense migrations in relation to different sorts of work. Paid work showed migration to unemployment and retirement. This research shows the significant migration of epileptic patient either to some kind of a less qualified work or to some social security dependence as well as to early retirement.

  16. Hipertensão arterial e obesidade em motoristas profissionais de transporte de cargas Hipertensión arterial y obesidad en choferes profesionales de transporte de cargas Hypertension and obesity among professional drivers who work transporting loads

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Cesira Cavagioni

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Verificar a prevalência de hipertensão arterial e obesidade em motoristas profissionais de transporte de carga e associá-la com variáveis estudadas. MÉTODOS: Estudo transversal abragendo amostra de 258 motoristas profissionais de transporte de cargas que trafegavam pela Rodovia BR-116, no trecho paulista Regis Bittencourt. RESULTADOS: Os motoristas eram adultos jovens (37,5±10 anos, 19% tabagistas, 55% referiram ingestão de bebidas alcoólicas, 74% sedentários, 57% usavam medicamentos inibidores do sono, percorriam em média 800 km/dia e dirigiam 10 horas/dia. A prevalência da hipertensão arterial foi de 37%, 46% tinham sobrepeso, 36% obesidade e 58% circunferência abdominal aumentada. A análise de regressão logística indicou que a hipertensão arterial se associou (OD: Odds ratio, IC: intervalo de confiança a 95% com: aumento do índice de massa corporal (OR=1,183 IC 1,065-1,314; glicemia (OR=1,039 IC 1,004-1,076; e hábito de ingerir medicamento para inibir o sono (OR= 0,322 IC 0,129-0,801. CONCLUSÃO: Foi expressiva a presença de hipertensão, sobrepeso e obesidade nesses profissionais.OBJETIVOS: Verificar la prevalencia de hipertensión arterial y obesidad en choferes profesionales de transporte de carga y asociarla con variables estudiadas. MÉTODOS: Estudio transversal abarcando una muestra de 258 choferes profesionales de transporte de carga que circulan por la carretera BR-116, en el trecho Regis Bittencourt, en el estado de Sao Paulo. RESULTADOS: Los choferes eran adultos jóvenes (37,5±10 años, 19% tabaquistas, 55% refirieron ingestión de bebidas alcohólicas, 74% sedentarios, 57% usaban medicamentos inhibidores del sueño; recorrían en promedio 800 km/día y conducían 10 horas/día. La prevalencia de la hipertensión arterial fue de 37%, 46% tenían sobrepeso, 36% obesidad y 58% circunferencia abdominal aumentada. El análisis de regresión logística indicó que la hipertensión arterial se asoció (OD

  17. Aspectos psicossociais em cirurgia bariátrica: a associação entre variáveis emocionais, trabalho, relacionamentos e peso corporal Psychosocial aspects in bariatric surgery: the association among emotional variables, job, relationships and body weight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graziela A Nogueira de Almeida

    2011-09-01

    Full Text Available RACIONAL: Operações bariátricas têm sido consideradas alternativa para o tratamento de obesidade mórbida. Alguns eventos adversos que as pessoas experimentam após o tratamento frequentemente são consequência da falta de conhecimento consistente associada a fatores psicossociais que estão relacionadas ao status pré-operatório dos pacientes. OBJETIVO: Avaliar as variáveis ?psicossociais de 414 candidatos ? cirurgia bari?trica do Hospital de Cl?nicas da Faculdade de Medicina da Universidade de S?o Paulo, Ribeir?o Preto, SP, Brasil. psicossociais de 414 candidatos à cirurgia bariátrica do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, SP, Brasil. MÉTODOS: Foram utilizados entrevista semi-estruturada, Inventário de Depressão de Beck (BDI, Inventário de Ansiedade de Beck (BAI e Binge Eating Scale (BES. RESULTADOS: IMC foi maior entre os pacientes que não tinham emprego (p = 0,019, do sexo feminino, os que tinham um parceiro e os pacientes com IMC 50 kg / m² (p 50 kg / m² foram mais propensos a apresentar sintomas de ansiedade.BACKGROUND: Bariatric surgeries have been considered an alternative for treatment of morbid obesity. Some adverse events that people experience after the treatment frequently are the consequence of the lack of consistent knowledge associated with psychosocial factors that are related to the pre-surgery status of the patients. AIM: To evaluate psychosocial variables of 414 candidates for bariatric surgery from Clinical Hospital of Medical School at University of São Paulo, Ribeirão Preto, SP, Brazil. METHODS: Semi-structured interview, Beck Depression Inventory (BDI, Beck Anxiety Inventory (BAI and Binge Eating Scale (BES were used. RESULTS: BMI was higher among patients who had no employment (p = 0.019. Female, patients who had a partner and patients with a BMI 50 kg/m² (p 50 kg / m² were more likely to experience anxiety symptoms.

  18. O trabalho como operador de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Osorio da Silva

    2014-12-01

    Full Text Available Os estudos sobre a relação entre saúde e trabalho tendem a destacar seu viés negativo e patológico, como se o trabalho produzisse apenas adoecimento e alienação. Ao contrário, nossa proposta é pensar como o trabalho também pode produzir saúde. A partir do conceito de saúde de Canguilhem e das contribuições das chamadas "clínicas do trabalho", queremos analisar a função do trabalho como operador de saúde. Canguilhem afirma que a saúde não é adaptativa, ou seja, não é um bem adaptar-se ao mundo, mas uma criação de normas de vida. Já as clínicas do trabalho nos fornecem ferramentas para nos aproximar do saber-fazer produzido pelos trabalhadores em seu cotidiano de trabalho, ou seja, de como os trabalhadores não apenas adaptam-se ao trabalho, mas o criam e recriam permanentemente. Sendo assim, podemos pensar no trabalho como operador de saúde quando há lugar para a criação coletiva e pessoal, bem como para o reconhecimento do trabalhador em sua atividade.

  19. Perspectivas psicossociais para o estudo do cotidiano de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio de Oliveira

    2014-04-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo analisar o debate e o aprofundamento teórico e metodológico desenvolvido nos estudos sobre a vida cotidiana no trabalho. A investigação partiu do diálogo interdisciplinar entre a antropologia do trabalho, a ergologia e a psicologia social do trabalho e sistematizou as contribuições mútuas entre esses campos científicos, suas aproximações e seus afastamentos da tematização e da apropriação da atividade humana no trabalho sob a perspectiva do cotidiano. A análise comparativa destacou eixos que diferenciam as formas de aproximação ao objeto, que se referem às relações estabelecidas entre saberes práticos e técnico-científicos e aos modos de intervenção sobre as situações de trabalho. As abordagens comparativas compartilham o interesse em conhecer o trabalho real, o valor conferido aos conhecimentos dos trabalhadores e a sensibilidade às dimensões micropolíticas do cotidiano. Conclui-se que a localização em cada um desses eixos depende da maior ou menor filiação às tradições da antropologia ou da ergonomia.

  20. Entre o Geográfico e o Jurídico – As Facetas da Degradação Ambiental e da Exploração do Trabalho no Pontal do Paranapanema (SP | From the Geographic to the Legal Facets of Environmental Degradation and the Exploitation of Labour in Pontal do Paranapanema

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luzimar Barreto de França Junior

    2014-05-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE Introdução: Propõe-se neste projeto de pesquisa analisar os problemas relacionados à degradação do ambiente laboral e da exploração da força de trabalho no Pontal do Paranapanema. Parte-se do pressuposto de que a realidade desvelada através das pesquisas realizadas no âmbito do CEGeT/CETAS não é conhecida, sequer compreensível, para a grande maioria dos operadores jurídicos responsáveis pela tutela do meio ambiente e da relação de trabalho, o que vem a ocasionar dissonâncias entre a realidade fática e a resposta jurídico/legal. Pretende-se desta maneira, o estabelecimento de vínculos entre as duas ciências e suas metodologias, permitindo-se a criação de um arcabouço crítico e substancial a fim de suprir as lacunas e omissões na tutela do meio ambiente laboral e das relações de trabalho. Metodologia/Desenvolvimento: A realização do presente trabalho impõe a pesquisa bibliográfica em livros, teses, dissertações e monografias, preferencialmente realizadas no âmbito do CEGeT/CETAS, sem abrir mão de outras fontes bibliográficas. Também utilizaremos dados extraídos de documentos oficiais, tais como atas de audiência, petições em Ações Judiciais, Inquéritos civis, Termos de Ajustamento de Conduta (TACs, sentenças oriundas das Varas judiciais sediadas na região do Pontal do Paranapanema, bem como outros documentos normativos pertinentes a matéria estudada. Considerações finais: Tratando-se de um pré-projeto de pesquisa, não há considerações a serem apresentadas. /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-priority:99; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:11.0pt; font

  1. Processo de trabalho e acidentes de trabalho em coletores de lixo domiciliar na cidade do Rio de Janeiro, Brasil

    OpenAIRE

    Velloso,Marta Pimenta; Santos,Elizabeth Moreira dos; Anjos,Luiz Antonio dos

    1997-01-01

    O presente trabalho descreve o processo de trabalho da coleta de lixo domiciliar visto pelo próprio trabalhador. A unidade específica de análise foi o grupo de trabalhadores da Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro (COMLURB) lotados na gerência de limpeza leste (LGL-3), no bairro do Rio Comprido. A metodologia utilizada baseou-se na recuperação da vivência do trabalhador sobre o seu trabalho, acrescida da observação do pesquisador, registrada em vídeo. Entre os riscos identi...

  2. O Trabalho Plurativo em Presidente Prudente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandro Mauro Guirro

    2011-11-01

    Full Text Available Atualmente, vêm ocorrendo mudanças no campo brasileiro, principalmente nas  propriedades localizadas próximas a malha urbana da cidade. Esse processo se verifica com mais intensidade em cidades como Campinas, Sorocaba, Jundiaí entre outras cidades próximas aos grandes centros urbanos. Em Presidente Prudente, esse processo dá sinais de existência em resposta à crise pela qual vem passando, sobretudo a pequena agricultura. Está-se diante da intensificação das mudanças de funções do trabalho inserido na lavra agrária.

  3. Valoración de la percepción subjetiva de la fatiga en motoristas de competición Rally-Raid Dakar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gonzalo Gil-Moreno-De-Mora

    Full Text Available Resumen Los deportistas que participan en el Rally-raid Dakar deben mostrar su competencia para dar respuesta a un esfuerzo de larga duración en el que intervienen factores limitantes de carácter psicológico y fisiológico por la fatiga acumulada durante el esfuerzo. El objetivo de esta investigación fue analizar la idoneidad de diferentes instrumentos de evaluación de la percepción de fatiga de motoristas en competición. El diseño de investigación es de caso único, con un participante (motorista. El estudio consistió en la realización de dos sesiones de entrenamiento que se desarrollaron en un circuito simulando las condiciones de distancia y dificultad propias de una etapa. Los instrumentos de registro fueron el cuestionario POMS (McNair, Lorr y Droppleman, 1971, la escala RPE-Borg (Borg, 1982, para el registro de la percepción del esfuerzo realizado y las escalas EVA-fatiga (Lee, Hicks y Nino, 1991 y SEES (McAuley y Courneya, 1994 para valorar la percepción de fatiga. En el apartado de resultados y discusión, se analizan los datos obtenidos, estableciendo diversas conclusiones en relación al objetivo planteado; viendo que el cuestionario POMS resultó válido y sensible, las escalas EVA-fatiga, RPE y SEES-fatiga cumplieron los requisitos de facilidad de uso, validez y sensibilidad al trabajo efectuado.

  4. Percepções dos motoristas rodoviários sobre os impactos do tráfico de animais silvestres na conservação da fauna.

    OpenAIRE

    Souza, Gilvan Mota de; Silva, Sueli Almuiña Holmer

    2012-01-01

    O presente estudo analisa as percepções dos motoristas rodoviários em Feira de Santana (BA), sobre os impactos do tráfico de animais silvestres na conservação da fauna, com vistas a subsidiar a elaboração de um programa de educação ambiental. As entrevistas foram realizadas com aplicação de formulários junto aos motoristas através do método de amostragem não probabilístico por julgamento. Os dados foram analisados qualiquantitativamente, através da técnica de análise de cont...

  5. Trabalho decente e vulnerabilidade ocupacional no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Weishaupt Proni

    2013-12-01

    Full Text Available O principal desafio das políticas destinadas a promover o trabalho decente é a redução da vulnerabilidade ocupacional. No Brasil, apesar das iniciativas para reduzir o desemprego, combater o trabalho precário e erradicar as situações mais graves de exclusão e discriminação, permanece muito elevada a proporção de trabalhadores sem emprego regular e/ou expostos a uma inserção ocupacional inadequada. O artigo pretende: (i apresentar a agenda de políticas sugeridas pela OIT para a promoção do trabalho decente e o combate a distintas formas de vulnerabilidade ocupacional; (ii verificar se a retomada do crescimento econômico (2004-2008 produziu redução significativa no déficit de oportunidades de emprego e na proporção de situações ocupacionais mais precárias no País; e (iii examinar as principais situações vulneráveis que afligiam os trabalhadores brasileiros após a crise econômica ocorrida entre o final de 2008 e meados de 2009. Dessa forma, procura-se ressaltar a importância de sustentar um crescimento econômico robusto e, ao mesmo tempo, eliminar a cultura da informalidade.

  6. Cooperativas de trabalho de Porto Alegre e flexibilização do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Piccinini Valmiria Carolina

    2004-01-01

    Full Text Available Neste artigo, procurou-se verificar o que representam as cooperativas de trabalho no processo de reestruturação produtiva e flexibilização do trabalho na economia brasileira e, especificamente, na gaúcha. Desenvolveu-se uma pesquisa junto às cooperativas de Porto Alegre questionando-se quanto à flexibilização do trabalho, qualidade de vida e empregabilidade. Identificaram-se, por parte dos dirigentes a valorização dos ideais cooperativistas e a preocupação com a qualidade de vida dos cooperados. Essas cooperativas, no entanto, lutam com dificuldades, decorrentes da concorrência das cooperativas de "fachada", da legislação considerada restritiva e do fato de os contratantes de seus serviços buscarem o menor custo. Grande parte é constituída de trabalhadores com baixo nível de qualificação e que encontraram no trabalho cooperativo uma alternativa ao desemprego. Mesmo apontando as dificuldades deste tipo de organização consideram como uma solução à crise econômica e de se manterem no mercado de trabalho. Foram realizados posteriormente três estudos de caso de cooperativas de trabalho de Porto Alegre e comparados entre si. Como são cooperativas com diferentes níveis de qualificação de seus associados, as perspectivas e aspirações são bastante diferenciadas.

  7. Capacidade para o trabalho entre trabalhadores de um condomínio de empresas de alta tecnologia Capacidad de trabajo entre trabajadores en un condominio de empresas de alta tecnología Work ability among workers from a condominiun of high technology companies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ângela Cristina Puzzi Fernandes

    2006-12-01

    Full Text Available Importantes transformações ocorreram nas duas últimas décadas, no setor industrial como a incorporação de estagiários e terceirizados. Estudo epidemiológico transversal (n=190 trabalhadores que teve por objetivo avaliar a capacidade para o trabalho e traçar o perfil sociodemográfico, estilo de vida e de trabalho, de trabalhadores permanentes, terceirizados e estagiários de um condomínio de empresas de alta tecnologia. Foi utilizado o Índice de Capacidade para o Trabalho e questionário com dados sociodemográficos e estilo de vida. Houve predomínio dos jovens e solteiros (63,2%. Poucos eram tabagistas (13,2%; 62,6% realizavam atividades físicas e 44,2% tinham doença com diagnóstico médico. Este estudo é de grande importância devido a rotatividade dos trabalhadores e a ausência, em geral, de um serviço de saúde do trabalhador.Importantes transformaciones han ocurrido en las dos últimas décadas, en el sector industrial el uso de trainees y de terceros. En un estudio transversal, 190 trabajadores, con el objetivo de evaluar la habilidad para el trabajo y trazar el perfil sociodemográfico, estilos de vida y de la función de trabajadores, terceros y trainees, en un condominio de empresas de alta tecnología. Utilizado el Índice de Habilidad para el Trabajo y un cuestionario con datos demográficos y estilo de vida. Hubo, predominando jóvenes y solteros (63,2%. Pocos eran fumadores (13,2%, 62,6% realizaban actividades físicas, 44,2% tenían enfermedad con diagnóstico médico. El estudio es de gran importancia, teniendo en vista su rotatividad y la ausencia, en general, de un servicio de salud del trabajador.Remarkable transformation occurred in the last two decades on the industrial sector, such as the use of trainees and outsourced labor. In a epidemiological cross-sectional study, 190 workers, aimed at assessing work ability and building up a socio-demographic life styles of workers, outsourced workers and trainees

  8. Comparação da percepção de fadiga e de capacidade para o trabalho entre trabalhadores têxteis de empresas que se encontram em diferentes estágios de responsabilidade social empresarial no estado de São Paulo, Brasil Comparison of fatigue and workability among textile workers of companies in different stages of corporate social responsibility in the state of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Jorge Metzner

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Comparar as características demográficas e as percepções da capacidade para o trabalho, fadiga e condições de trabalho entre trabalhadores de indústrias têxteis que estejam em diferentes estágios de responsabilidade social empresarial (RSE. MÉTODOS: Em estudo transversal, 126 trabalhadores de três empresas e cinco fábricas responderam a questionário de caracterização demográfica, condições e estilos de vida, a autoavaliações sobre fadiga, condições de trabalho e capacidade para o trabalho. As empresas foram classificadas em dois grupos de pontuação de indicadores de RSE (o grupo um de menor pontuação e o grupo dois de maior pontuação, com base nas respostas dadas em questionário específico. RESULTADOS: Não foram encontradas diferenças (p > 0,05 nos resultados de capacidade para o trabalho, fadiga e na maior parte dos dados demográficos obtidos entre os trabalhadores dos dois grupos. As melhores condições de trabalho, no grupo de maior pontuação (p = 0,008, deveram-se principalmente ao fornecimento de refeições nas fábricas. CONCLUSÕES: O desenvolvimento e a implementação de projetos de RSE não implicam, necessariamente, em melhores condições de trabalho ou em percepções dos trabalhadores de menor fadiga ou maior capacidade para o trabalho, em relação a empresas que não dispõem desses projetos. Por tratar-se de estudo transversal com população reduzida e como a capacidade para o trabalho pode diminuir com o envelhecimento do trabalhador novos estudos, preferencialmente longitudinais, deverão ser realizados, com populações maiores.OBJECTIVES: To compare demographic data and perception of workability, fatigue and working conditions among groups of workers of textile industries in different stages of Corporate Social Responsibility (CSR. RATIONAL: Cross-sectional study with 126 workers of 5 textile plants and 3 companies, they were asked to fill out a questionnaire to evaluate

  9. Absenteísmo de consultas especializadas nos sistema de saúde público: relação entre causas e o processo de trabalho de equipes de saúde da família, João Pessoa – PB, Brasil.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronald Pereira CAVALCANTI

    2013-09-01

    Full Text Available O absenteísmo dos usuários nos serviços de saúde pública é um tema de constante abordagem na gestão do Sistema Único de Saúde. O município João Pessoa adotou ações de acompanhamento do absenteísmo de consultas especializadas o que despertou a necessidade de avaliar suas causas, relacionando ao processo de trabalho de Equipes de Saúde da Família. Foram realizadas visitas de observação e entrevistas a usuários em áreas de três equipes de saúde da família, complementadas com dados secundários e revisão bibliográfica. Os dados foram analisados através de estatística descritiva e análise de conteúdo de narrativa. Verificou-se um aumento de 7% do absenteísmo no período 2009/2010; discrepância nesse aumento entre as três equipes estudadas; relação do absenteísmo inversamente proporcional ao número de visitas domiciliares realizadas pelos agentes comunitários de saúde; não houve relação direta do absenteísmo com excesso de encaminhamentos para consultas especializadas. Nesse estudo foi possível observar que se trata de um fenômeno multi - causal, onde as relações de causa / efeito perpassam todos os atores envolvidos (trabalhadores, gestão e usuários, sendo as causas relacionadas com o serviço e gestão neste artigo entendidas como passíveis de correções mediante readequação do processo de trabalho das equipes.

  10. O sujeito entre a alcoolização e a cidadania: perspectiva clínica do trabalho El sujeto entre la alcoholización y la ciudadanía: perspectiva clínica del trabajo The subject between alcoholization and citizenship: clinical perspective of work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heliete Karam

    2003-12-01

    Full Text Available Este artigo focaliza a importância da centralidade do trabalho para que o sujeito, na fase adulta, não interrompa seu processo de construção da identidade ao ingressar no âmbito do espaço público - interrupção que gera sofrimento e, com o tempo, tende a gerar, também, uma gama de sintomas psicológicos, sociais e, muitas vezes, orgânicos. Quando o trabalho perde esta centralidade, ou seja, quando falha como operador de saúde mental, as práticas de alcoolização massiva e abusiva, muitas vezes confundidas com alcoolismo, podem se instalar enquanto estratégias coletivas de defesa contra o sofrimento patogênico. Uma certa forma de se trabalhar coletivamente com os trabalhadores sobre o sentido de suas atividades e tarefas numa determinada organização mostrou-se capaz de reverter este quadro, na medida em que substituiu o álcool pela palavra.Este artículo foca la importancia de la centralidad del trabajo para que el sujeto, en la fase adulta, no interrumpa su proceso de construcción de la identidad al ingresar en el ámbito del espacio público - interrupción que genera sufrimiento y, con el tiempo, tiende a generar, también, una gama de síntomas psicológicos, sociales y, muchas veces, orgánicos. Cuando el trabajo pierde esta centralidad, o sea, cuando falla como operador de salud mental, las prácticas de alcoholización masiva y abusiva, muchas veces confundidas con alcoholismo, pueden instalarse como estrategias colectivas de defensa contra el sufrimiento patogénico. Una cierta forma de trabajar colectivamente con los trabajadores sobre el sentido de sus actividades y tareas en una determinada organización se mostró capaz de reverter este cuadro, en la medida que sustituyó el alcohol por la palabra.This article focuses on the importance of the centrality of work so that the subject, in the adult phase, does not interrupt his process of constructing an identity by entering the public sphere - an interruption which

  11. Health and self-care among garbage collectors: work experiences in a recyclable garbage cooperative Salud y autocuidado entre minadores de basura: vivencias en el trabajo en una cooperativa de basura reciclable Saúde e autocuidado entre catadores de lixo: vivências no trabalho em uma cooperativa de lixo reciclável

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarice Maria Dall'Agnol

    2007-10-01

    triagem de lixo reciclável, em Porto Alegre, RS, num galpão cedido pela prefeitura. Essa atividade, que tem atraído número crescente de excluídos do mercado formal de trabalho, apresenta riscos à saúde e padrões de adoecimento peculiares. O estudo objetivou conhecer as concepções e ações de autocuidado das participantes do estudo, todas mulheres, propondo discussões e reflexões conjuntas acerca da problemática por elas vivenciada. O foco foi direcionado ao ambiente de trabalho e às atitudes com relação aos riscos à saúde. Por meio da técnica de grupo focal com dez sujeitos, privilegiou-se a expressão da capacidade de análise situacional das pessoas envolvidas, dando origem a três eixos temáticos. A cada tema discutido seguiu-se a construção de um plano de ação, porém, de forma a compatibilizar o atendimento de necessidades mais prementes com a viabilidade operacional dos encaminhamentos propostos.

  12. Equipe de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel Gerber Hornink

    2014-08-01

    Full Text Available   Equipe de Trabalho 2014 1. Equipe editorial Editor-Chefe Bayardo Bapstista Torres, Instituto de Química - USP, Brasil Eduardo Galembeck, Departamento de Bioquímica Instituto de Biologia UNICAMP, Brasil   Editores Gabriel Gerber Hornink, Depto. Bioquímica, Instituto de Ciências Biomédicas, Universidade - Federal de Alfenas - Unifal-MG, Brasil Vera Maria Treis Trindade, Instituto de Ciências Básicas da Saúde, Departamento de Bioquímica, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil   Corpo Editorial Adriana Cassina, Departamento de Bioquímica, Facultad de Medicina, Universidad de la República, Uruguai Angel Herráez, Departamento de Bioquímica y Biología molecular, Universidad de Alcalá de Henares, Madrid, Espanha André Amaral Gonçalves Bianco, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp, Brasil Denise Vaz de Macedo, Departamento de Bioquímica, Instituto de Biologia, Universidade Estadual de Campinas - Unicamp, Brasil Eneida de Paula, Departamento de Bioquímica, Instituto de Biologia, Universidade Estadual de Campinas - Unicamp, Brasil Guilherme Andrade Marson, Instituto de Química - USP, Brasil Jose Antonio Martinez Oyanedel, Universidad de Concepción, Chile Josep Maria Fernández Novell, Dept. Bioquímica i Biologia Molecular Universitat de Barcelona, Espanha Leila Maria Beltramini, Instituto de Física de São Carlos, Universidade Estadual de São Paulo - USP, Brasil Manuel João da Costa, Escola de Ciências da Saúde, Universidade do Minho, Portugal Maria Lucia Bianconi, Instituto de Bioquímica Médica Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ, Brasil María Noel Alvarez, Departamento de Bioquímica, Facultad de Medicina, Universidad de la República, Uruguai Miguel Ángel Medina Torres, Department of Molecular Biology & Biochemistry Faculty of Sciences University of Málaga, Espanha Nelma Regina Segnini Bossolan, Instituto de Física de São Carlos, Universidade de São Paulo - USP, Brasil Paulo De Avila

  13. Escore de Framingham em motoristas de transportes coletivos urbanos de Teresina, Piauí Framingham score for public transportation drivers in the dity of Teresina, Piauí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Batista Paes Landim

    2006-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar o risco absoluto de contração de doença arterial coronariana, nos próximos 10 anos, em motoristas de transportes coletivos urbanos de Teresina, Piauí, segundo o escore de risco de Framingham. MÉTODOS: Foi realizado um estudo observacional, descritivo, transversal, aplicando-se o escore de Framingham, em 107 motoristas de transportes coletivos urbanos de Teresina, Piauí, para avaliação do grau de risco e sua associação com as variáveis previstas no mesmo, que foram: idade, colesterol total, colesterol HDL, pressão arterial sistólica, pressão arterial diastólica, presença de diabete melito e tabagismo. O teste de significância usado foi o c². Utilizou-se a razão de prevalência como medida de associação. RESULTADOS: O risco médio foi de 5%, com a maior parte situando-se na categoria de baixo risco (85,05%. As médias obtidas foram: 42 anos para a idade, colesterol total 200 mg%, colesterol HDL 49 mg%, pressão arterial sistólica 130 mmHg e pressão arterial diastólica 85 mmHg. As associações diabete melito, tabagismo e colesterol HDL, com o risco, não foram estatisticamente significantes, diferente do ocorrido com as outras variáveis, que tiveram grande influência no risco obtido. CONCLUSÃO: O risco absoluto médio estimado para os próximos 10 anos de doença arterial coronariana, em motoristas de transportes coletivos urbanos de Teresina, calculado pelo escore de Framingham, apresentou-se baixo. Uma parte considerável dos participantes da pesquisa (85,05% situou-se na categoria de baixo risco, ou seja, igual ou inferior a 10%.OBJECTIVE: To estimate the absolute risk of the public transportation drivers in the city of Teresina, Piauí, to develop coronary heart disease over the course of ten years based on the Framingham risk score. METHODS: An observational, descriptive, cross-sectional study using the Framingham score was conducted with 107 public transportation drivers in the city of Teresina

  14. A interface entre o trabalho do agente comunitário de saúde e do fisioterapeuta na atenção básica à saúde Interface between the work of the community health agent and physiotherapist in the basic health care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliany Fontes Loures

    2010-07-01

    Full Text Available O estudo tem o objetivo de identificar as ações do fisioterapeuta e do agente comunitário de saúde na perspectiva da integração de suas atuações na atenção básica à saúde. Realizou-se uma revisão sistemática com o propósito de conhecer quais são essas atuações e, posteriormente, relacioná-las. O interesse surgiu durante o "Estágio Supervisionado em Atenção Primária à Saúde" e da observação de suas atuações. A partir da revisão de legislações e de trabalhos científicos atualizados acerca do assunto, verificou-se que tanto o agente comunitário de saúde quanto o fisioterapeuta são profissionais importantes na composição de uma equipe de saúde, pois contribuem à qualificação das ações de saúde junto à comunidade e à efetividade de um sistema de saúde universal, integral e equitativo. Ao final, constatou-se que há uma interação entre esses profissionais e uma integração entre suas atividades.The study is intended to identify the actions of the physiotherapist and community health agent in the context of the integration of their performances in the basic health care. A systematic review was performed with the purpose of knowing what are these performances, and then list them. The interest came from the "Supervised Training in the Primary Health Care" and the observation of their acts. From a law review and updated scientific works related to this subject, we noted that both, community health agent and physiotherapist, are important professionals in the composition of a health team, once they contribute to the qualification of the health actions among the community and the effectiveness of an universal, integral and equitable health system. Lastly we found that there is an interaction between these professionals and integration among their activities.

  15. Afastamento do trabalho por transtornos mentais e estressores psicossociais ocupacionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Silvestre Silva-Junior

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO: Introdução: Os transtornos mentais são a terceira principal causa de concessão de benefício previdenciário por incapacidade no Brasil. A exposição ocupacional a estressores psicossociais pode comprometer a saúde mental dos trabalhadores. Cabe ao perito médico previdenciário caracterizar se o adoecimento incapacitante está relacionado com as condições de trabalho. Objetivo: Avaliar os fatores associados ao afastamento do trabalho por transtornos mentais relacionados ao trabalho, em especial a percepção dos trabalhadores sobre fatores psicossociais no trabalho. Métodos: Estudo analítico realizado em São Paulo com 131 requerentes de auxílio-doença por transtornos mentais. Foram preenchidos questionários sociodemográfico, de hábitos/estilo de vida e fatores psicossociais no trabalho. Resultados: Os quadros mais frequentes foram transtornos depressivos (40,4%. Entre todos os requerimentos, 23,7% foram considerados relacionados ao trabalho. O perfil da maioria dos participantes era: sexo feminino (68,7%, até 40 anos de idade (73,3%, casado/união estável (51,1%, escolaridade igual ou superior a 11 anos (80,2%, não tabagista (80,9%, não ingeria bebida alcoólica (84%, fazia atividade física (77,9%. Sobre os fatores psicossociais, prevaleceu trabalho de alta exigência (56,5%, baixo apoio social (52,7%, desequilíbrio esforço-recompensa (55,7% e comprometimento excessivo (87,0%. Não houve associação estatística entre casos de transtornos mentais relacionados ao trabalho e as variáveis independentes. Conclusão: A concessão do benefício auxílio-doença acidentário não foi associada a variáveis sóciodemográficas, hábitos/estilo de vida ou fatores psicossociais no trabalho. A exposição ocupacional a estressores psicossociais esteve presente no relato da maioria dos trabalhadores afastados do trabalho por transtornos mentais. Entretanto, diversos casos não foram reconhecidos pela perícia m

  16. Efeitos do trabalho sobre a saúde de adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frida Marina Fischer

    Full Text Available O estudo analisa conseqüências do trabalho para as condições de vida, saúde e desenvolvimento psicossocial de adolescentes. Participaram do estudo 354 estudantes de 14 a 18 anos, do ensino médio, período noturno. A análise das representações foi realizada a partir da coleta de evocações livres. Os dados sobre sono foram obtidos por meio de questionários, sobre auto-percepções acerca das condições de vida e trabalho, sintomas de saúde e doenças. A análise de dados foi realizada com o software EVOC 2000 e SPSS. Constataram-se diferenças significativas na duração média de sono entre os adolescentes: os trabalhadores relataram menores médias de duração de sono. Entre os trabalhadores, referiram dormir menos os que sentem sono no trabalho e nas aulas, têm maiores exigências psicológicas no trabalho, ganham acima de 1 salário mínimo mensal, jornadas acima de 6 horas diárias ou acima de 20 horas semanais, trabalham em local barulhento e com presença de gases e vapores. As representações do trabalho entre os jovens apontam contradição entre o seu reconhecimento como valor moral positivo para o desenvolvimento psicossocial e a construção da identidade, e as conseqüências negativas decorrentes da exposição a cargas físicas e psicológicas precocemente.

  17. Des-mitificando el trabajo en grupo entre docentes de educación superior(De-mystifying teamwork among professors(Démystification du travail en group parmi les enseignants d′éducation supérieure(Des-mitificando o trabalho em grupo entre docentes da educação superior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carola Hernández-Hernández

    2011-12-01

    uma pesquisa qualitativa feita num grupo de docentes que, em co- laboração, desenham e implementam um curso sócio-construtivista para o ciclo de formação básico na Universi- dade de Los Andes no qual se encon- tra um número elevado de estudantes (200 por semestre. Desde a perspectiva dos professores, analisamos as diferentes aprendizagens que eles adquirem com este trabalho e seus impactos em ou- tras práticas docentes que realizam. Os resultados mostram como a geração de espaços para a socialização influencia as práticas docentes e ajuda na qualifica- ção docente na Universidade.

  18. Acidentes de trabalho não fatais: diferenças de gênero e tipo de contrato de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santana Vilma

    2003-01-01

    Full Text Available No Brasil, trabalhadores sem vínculo formal de trabalho representam mais da metade da força de trabalho, cuja maioria é composta por mulheres. Neste estudo, estima-se a incidência anual de acidentes ocupacionais não fatais, e a sua distribuição por gênero e tipo de contrato de trabalho, em uma área urbana do Brasil. Dados provêm de um inquérito de base comunitária conduzido com uma amostra aleatória dos habitantes de Salvador, capital do Estado da Bahia. A população deste estudo compreende o total de pessoas entre 18 e 65 anos que referiram trabalho remunerado (n = 2.947. A coleta de dados baseada em entrevistas domiciliares individuais. A incidência anual de acidentes foi estimada em 5,80%, discretamente maior entre os homens (6,05% do que entre as mulheres (5,53%, ou entre trabalhadores sem contrato formal de trabalho (5,92% do que no grupo de comparação (5,67%, diferenças não estatisticamente significantes. A semelhança entre as freqüências de acidentes de trabalho entre mulheres e homens independentemente do tipo de contrato de trabalho apontam para a necessidade de maior atenção a estes eventos no sexo feminino, e entre os trabalhadores informais, amplamente ignorados nas estatísticas oficiais do país.

  19. Tecnologia, trabalho e saúde: algumas reflexões

    OpenAIRE

    Nunes, Sylvia da Silveira

    2014-01-01

    A concepção de não neutralidade da ciência e da tecnologia permitiu a proposta das tecnologias sociais que visam, por meio da participação da comunidade envolvida, transformar a realidade social em prol do desenvolvimento humano. O trabalho e os agravos à saúde do trabalhador estudados pelo campo Saúde do Trabalhador nos auxiliam a transpor essa forma de pensar a construção do conhecimento no que diz respeito à intrincada relação entre saúde e trabalho. No atual momento de reestruturação prod...

  20. Peculiaridades do trabalho policial militar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fraga, Cristina Kologeski

    2006-01-01

    Full Text Available Este artigo objetiva refletir sobre as peculiaridades do trabalho do Policial Militar (PM. Para tanto, busca-se, inicialmente, descrever os elementos que compõem o processo de trabalho PM, discorrendo sobre os seus elementos fundamentais. Na seqüência, problematiza-se o trabalho do policial militar, caracterizando o cotidiano de execução dessa atividade, permeada paradoxalmente por uma mescla de rotina e incerteza. Além dos aspectos críticos, apontados em relação à rotina e à incerteza, acresce-se o compromisso de dedicação exclusiva (inclusive com o sacrifício da própria vida e a exposição a intempéries, ao realizar o serviço de policiamento ostensivo. Após, destaca-se a questão da violência do/no trabalho, que determina, em última análise, a desproteção social do policial. Finalmente, sugerem-se estudos que dêem visibilidade aos aspectos referentes à violência inerente ao trabalho PM, que se constitui como uma das profissões expostas ao limite da incerteza da vida

  1. Acidentes de trabalho com exposição a material biológico entre os profissionais de Enfermagem Accidentes de trabajo con exposición a material biológico entre profesionales de enfermería Occupational accidents with exposure to human tissue in nursing professionals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Moura de Araújo

    2012-07-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve por objetivo identificar os tipos de acidentes, dentre os trabalhadores, com material biológico; levantar o perfil dos acidentados; definir o tipo de exposição e especificar as circunstâncias em que ocorreram os acidentes. Trata-se de pesquisa documental, retrospectiva de caráter descritivo. A coleta dos dados foi realizada através da utilização da ficha do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN em um hospital de referência em doenças infecciosas do Ceará, no total de 777 fichas. Os resultados mostram que 94,7% eram do sexo feminino; 57,5%, auxiliares de enfermagem,; 88% foram por exposição percutânea, onde 70,1% foram causados por agulha com lúmen, sendo 87,3% deles com exposição ao sangue; 13,7% ocorreram pela circunstância do descarte inadequado de material perfurocortante em bancada, cama etc. Concluímos que uma maior atenção deva ser direcionada para a prevenção desses acidentes, bem como ao rigor do seguimento pós-exposição ocupacional.Esta investigación tuvo por objetivo identificar los tipos de accidentes entre trabajadores con material biológico identificar el perfil de los accidentados, definir el tipo de exposición, y especificar las circunstancias en las que ocurrieron los accidentes. Se trata de una investigación documental, retrospectiva y de corte descriptivo. La recolección de datos se realizó utilizando una ficha del “Sistema de Información de Incidentes Notificados” (SINAN en un hospital de referencia para las enfermedades infecciosas en Ceará, sumando un total de 777 fichas. Los resultados muestran que el 94,7% eran mujeres, el 57,5% auxiliares de enfermería, el 88% ocurrió por exposición percutánea, del cual el 70,1% fue causado por la aguja con lumen, siendo que el 87,3% se dio por exposición a la sangre, el 13,7% de debieron a circunstancias de un desecho inadecuado de material perfurocortante sobre una encimera,cama, etc. Llegamos a la

  2. Percepções dos motoristas rodoviários sobre a importância de conservação da fauna: subsídios para a elaboração de um Programa de Educação Ambiental

    OpenAIRE

    Souza, Gilvan Mota

    2013-01-01

    O presente estudo tem como objetivo analisar as percepções dos motoristas rodoviários que trafegam no entroncamento rodoviário de Feira de Santana (BA), sobre a importância da conservação da fauna, com vistas a subsidiar a elaboração de um programa de educação ambiental para esta comunidade que é parte integrante na rede social do tráfico de animais silvestres. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas com aplicação de formulários junto aos motoristas de transportes de passageir...

  3. O direito fundamental ao conteúdo do próprio trabalho: uma reconstrução normativa do direito ao trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Vieira Wandelli

    2016-12-01

    Full Text Available Resumo: Pretende-se enfrentar a inefetividade do direito humano e fundamental ao trabalho a partir de um esforço de reconstrução normativa da sua fundamentação, apoiada em um duplo pilar teórico, nas teorias das necessidades e nas teorias do reconhecimento. Com isso, não somente se recupera a importância do vínculo entre trabalho e dignidade humana, como se explicitam aspectos essenciais da centralidade do trabalho para os sujeitos. A partir disso, o direito ao trabalho se desvela não apenas como necessidade radical, tendente à transformação da institucionalidade vigente, mas também como direito positivado em um amplo leque de normas internacionais e nacionais, que contempla diversas dimensões normativas atualmente exigíveis. Propõe-se que, no centro desse direito, está um direito fundamental ao conteúdo do próprio trabalho, que determina juridicamente as condições da atividade e da organização do trabalho. Recente estudo adotado pelo Alto Comissariado em Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU sobre o direito ao trabalho reforça essa compreensão. Palavras-chave: Direitos humanos. Direitos fundamentais. Direito ao trabalho. Psicodinâmica do trabalho. Direito do trabalho.

  4. Efeitos dos choques fiscais sobre o mercado de trabalho brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diogo Baerlocher Carvalho

    2013-06-01

    Full Text Available Esse trabalho tem por objetivo entender quais os efeitos dos choques fiscais sobre o mercado de trabalho brasileiro. Em particular, utiliza se uma abordagem SVAR para avaliar esses efeitos sobre o emprego e o salário real. Os choques fiscais são identificados a partir da imposição de restrições de sinais puras sobre a relação dinâmica entre os gastos do governo, o produto real e a oferta de trabalho. As restrições são obtidas a partir de funções de resposta a impulso Bayesianas derivadas de um modelo DSGE na tradição da Nova Síntese Neoclássica. As funções de resposta a impulso obtidas a partir da abordagem SVAR mostram que choques fiscais aumentam o salário real e o emprego.

  5. Avaliação: um contrato de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Regina Gomes da Silva

    1998-02-01

    Full Text Available Este artigo apresenta, tendo em vista perplexidades constituídas a partir de uma leitura acerca do funcionamento do modelo tradicional de ensino, considerações sobre a Proposta Pedagógica Assimilação Solidária, AS (Baldino, 1995a. Proposta interventora, a AS muda o conceito de mérito, pois considera, ao lado do prêmio ao saber, o justo prêmio ao trabalho coletivo produzido em sala de aula. O instrumento fundamental da AS é um contrato de trabalho, negociado entre professor e alunos, que vincula a avaliação e o trabalho em grupos na sala de aula.

  6. POR UMA GEOGRAFIA DO TRABALHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Thomaz Jr.

    2011-11-01

    Full Text Available Ontologicamente prisioneiro da sociedade, o trabalho, em todas as suas dimensões, é a base fundante do auto-desenvolvimento da vida material e espiritual. A Geografia do Trabalho se põe em cena, para responder as perguntas em relação a realidade. Dessa forma, se não existe diferença em relação ao objeto, é na ação do sujeito que as atenções se voltam. Isto é, em sua expressão geográfica o trabalho pode ser entendido tanto em nível da relação metabólica homem-meio, quanto na dimensão da regulação sociedade-espaço, nas suas diferentes manifestações (assalariado, autônomo, informal, domiciliar, terceirizado, etc.. Isso implica, pois, necessariamente, na discussão das localizações, que, não se limitam ao imediato, ao visível. As categorias de base da Geografia (paisagem, território e espaço farão as mediações necessárias, atendendo os desafios postos pelo sujeito, que no esforço contínuo de teorização para a concreção de uma Geografia do Trabalho.

  7. Trabalho e sociedade em transformação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia De Paula Leite

    2000-12-01

    Full Text Available O texto discute as transformações teórico-metodológicas por que vem passando a Sociologia do Trabalho, ressaltando, nesse processo, os limites da visão determinista, bem como a importância dos debates interdisciplinares e do alargamento do olhar daquilo que se passa dentro das fábricas e dos sindicatos para novas tematizações que incluam os estudos sobre o mercado de trabalho e suas segmentações, as diferenças setoriais, as implicações diferenciadas do processo de reestruturação para as distintas empresas das cadeias produtivas, as diferenças entre o processo brasileiro e o dos países do Primeiro Mundo, entre outros.

  8. RACIONALIDADE ECONÔMICA, TRABALHO E ECOLOGIA EM ANDRÉ GORZ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Langer

    Full Text Available O presente artigo tem por objetivo apresentar a análise crítica de André Gorz sobre o trabalho e a ecologia política a partir da centralidade que o conceito de racionalidade econômica no capitalismo adquire em seu pensamento. Para ele, a extensão ilimitada da racionalidade econômica ao trabalho e à natureza é considerada sem futuro do ponto de vista da sociedade. Gorz reconhece a íntima relação entre a crítica do capitalismo e a tarefa da ecologia política. Outro aspecto presente em sua obra, menos explorado, é a relação entre trabalho e crise ecológica. O capitalismo apropria-se do trabalho ou emprego não apenas para os seus interesses, mas também os transforma em instrumentos de destruição da natureza. Este paper objetiva também, fiel ao espírito do próprio Gorz, embora de maneira sucinta, indicar alguns horizontes alternativos.

  9. O último trabalho de Mário Schenberg

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fleming Henrique

    2001-01-01

    Full Text Available A idéia de que as estruturas matemáticas, como identificadas pela escola Bourbaki, transcendem a matemática e estabelecem uma hierarquia entre as teorias da física, era cara ao grande físico brasileiro Mário Schenberg. Um episódio de sua carreira que ilustra este fato é descrito neste trabalho.

  10. Qualidade de vida no trabalho e burnout em trabalhadores de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva Calidad de vida en el trabajo y burnout entre profesionales de enfermería que actúan en Unidad de Cuidados Intensivos Quality of working life and burnout among nursing staff in Intensive Care Units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Rodrigues Costa Schmidt

    2013-02-01

    Full Text Available Estudo descritivo, correlacional, de corte transversal, cujos objetivos foram avaliar a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT e a presença da Síndrome de Burnout entre profissionais de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva. Compuseram a amostra 53 trabalhadores de enfermagem de um hospital escola do interior do Paraná, Brasil. Utilizou-se para a coleta de dados: instrumento de caracterização sócio-demográfica e profissional, Escala Visual Analógica para QVT e o Maslach Burnout Inventory (MBI. A coleta de dados ocorreu entre abril e agosto de 2009. Predominaram auxiliares de enfermagem (52,8%, do sexo feminino (66,0%, casados (67,9%, com idade média de 42,4 anos. A média de QVT para o total da amostra foi de 71,1 (D.P.=15,5, demonstrando uma avaliação satisfatória para essa medida. As dimensões Exaustão Emocional, Despersonalização e Realização Profissional obtiveram média de 11,4 (DP=7,7, 4,6 (DP=4,1 e 25,0 (DP=5,9, respectivamente, enquanto a medida de QVT somente obteve associação estatisticamente significante com a dimensão Exaustão Emocional (p=0,000.Se trata de un estudio de correlación, descriptivo y transversal cuyo objetivo fue evaluar la calidad de vida en el trabajo (CVT y la incidencia de burnout entre trabajadores de enfermería que actúan en Unidad de Cuidados Intensivos. La muestra fue constituida por 53 profesionales de enfermería de un hospital escuela de la ciudad de Londrina-PR, Brasil. La recolecta de datos fue realizada en el período de abril a agosto de 2009 por medio de tres cuestionarios: datos generales y profesionales, Escala Visual Analógica para CVT y lo Maslach Burnout Inventory (MBI. Predominaran en la muestra auxiliares de enfermería (52,8%, del sexo femenino (66,0%, casadas (67,9%, con edad promedia de 42,4 años. En lo que concierne a la evaluación de la CVT, se obtuve promedia de 71,1 (DE=15,5, demostrando una buena evaluación para esa medida. Las dimensiones del MBI (AE, DP, RP

  11. Signs of musculoskeletal disorders in bus drivers and fare collectors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Malú de Oliveira Freire

    2007-09-01

    Full Text Available To describe the signs of musculoskeletal disorders (SMD in drivers and fare ollectors and to investigate their association with hours worked per day, nutritional status and level of physical activity (PA. A cross-sectional study undertaken with 40 bus drivers and 39 fare collectors working intercity routes. The “Nordic Musculoskeletal Questionnaire” was used to identify SMD. The working day was defi ned according to median values ( ABSTRACT O objetivo deste estudo foi descrever os sintomas de distúrbios osteomusculares (SDO em motoristas e cobradores de ônibus e investigar sua associação com jornada de trabalho, estado nutricional e nível de atividade física. Estudo transversal realizado com 40 motoristas e 39 cobradores de ônibus de viagens intermunicipais. Os SDO foram verificados, utilizando-se o Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares. A jornada de trabalho foi categorizada a partir dos valores da mediana (< 8 horas e ≥ 8 horas. O índice de massa corporal (IMC foi usado para verificar o estado nutricional. O nível de atividade física foi avaliado, usando-se o Questionário Internacional de Atividade Física (versão curta. As associações foram verifi cadas por teste qui-quadrado. A freqüência de dor em alguma região do corpo (últimos 12 meses foi de 70,0% e 76,9% para motoristas e cobradores respectivamente; 30,0% dos motoristas e 33,3% dos cobradores referiram dor nos últimos 7 dias; 26,6% e 33,3% dos motoristas e cobradores, respectivamente, tiveram que evitar o trabalho devido às dores. As maiores prevalências (últimos 12 meses foram observadas nas seguintes regiões anatômicas: ombros (32,5%, para motoristas e; lombar (48,7%, para cobradores. Houve diferença significativa (p = 0,029 entre motoristas e cobradores quanto ao relato de dor na região “lombar”. A prevalência de sobrepeso foi maior nos motoristas (72,0% do que nos cobradores (33,3%, as diferenças foram signifi cativas (p = 0

  12. Aonde vai o Trabalho Humano?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Rattner

    2010-07-01

    Full Text Available

    Foi este o título de um livro baseado em pesquisa na indústria francesa, do sociólogo Georges Friedmann, publicado no início da década dos cinqüenta do século passado. Logo depois, Friedmann publicou outra pesquisa em livro intitulado “O trabalho em migalhas” (Le travail em mièttes, no qual analisa criticamente o fracionamento das operações de trabalho e o começo da automação, ambos ilustrados no inesquecível filme de Charles Chaplin, “Tempos Modernos”.

  13. ANÁLISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO DE OPERADORES DE CAIXA DE SUPERMERCADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucimara Ballardin

    2005-06-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve o objetivo avaliar as condições de trabalho e os postos de trabalho dos operadores de caixa dos principais supermercados da cidade de Santa Maria (RS.Um total de 60 operadores de caixa de 9 supermercados foram incluídos no estudo. A coleta de dados foi realizada através de questionários, mensuração do posto de trabalho (antropometria e mobiliário, observações diretas e aplicação do  check-list. Os resultados demonstraram condições de trabalho prejudiciais à saúde, como longas jornadas de trabalho e alta prevalência de desconfortos músculo-esqueléticos. A sintomatologia foi avaliada pelos trabalhadores como resultado de fatores relacionados ao trabalho, como movimentos biomecânicos de passagem e registro de mercadorias, posturas exigidas pelo posto de trabalho e mobiliário utilizado no posto de trabalho. As observações diretas analisaram as rotinas do trabalho e apontaram os movimentos realizados pelos operadores. A comparação entre medidas do mobiliário e antropometria demonstra incompatibilidade entre os componentes do posto de trabalho. A aplicação do  check-list confirmou o alto  risco de Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao  Trabalho e a necessidade de  melhorias nas condições de trabalho desta categoria profissional.

  14. Qualidade de vida no trabalho de profissionais de enfermagem, atuantes em unidades do bloco cirúrgico, sob a ótica da satisfação Calidad de vida en el trabajo entre profesionales de enfermería actuantes en unidades del centro quirúrgico Quality of life at work among nursing professionals at surgical wards from the perspective of satisfaction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Rodrigues Costa Schmidt

    2006-02-01

    Full Text Available Estudo descritivo, de corte transversal, que avaliou a qualidade de vida no trabalho (QVT de profissionais de enfermagem, atuantes em unidades do Bloco Cirúrgico (BC em quatro hospitais de Londrina, PR. Participaram 105 trabalhadores, sendo a maioria do sexo feminino (82,9%, com média de idade de 38 anos. Dentre eles, 69,5% eram auxiliares de enfermagem, 11,4% eram enfermeiros. A QVT foi medida através do Índice de Satisfação no Trabalho (ISP e os valores obtidos variaram entre 114 e 227 e média de 169,7±25,9. O valor médio dos 44 itens foi de 3,85, significando que os trabalhadores estavam entre insatisfeitos e nem satisfeitos/nem insatisfeitos com a QVT. A remuneração foi considerada como fonte de menor satisfação entre os trabalhadores, enquanto o domínio status profissional, o de maior satisfação. O instrumento mostrou-se confiável à população estudada, sendo o valor obtido para o alpha de Cronbach igual a 0,81.Estudio descriptivo, de corte transversal, cuyo objetivo fue evaluar la calidad de vida en el trabajo de profesionales de enfermería actuantes en unidades del Centro Quirúrgico (CQ, utilizando el Índice de Satisfacción en el Trabajo. Participaron del estudio 105 trabajadores, la mayoría de ellos mujeres (82,9%, con un promedio de edad de 38 años. Entre todos, el 69,5% era ayudante de enfermería y el 11,4% enfermeros. En cuanto a la calidad de vida en el trabajo, los valores obtenidos variaron entre 114 y 227, con promedio de 169,7±25,9. El valor promedio obtenido para los 44 ítem fue de 3.85, mostrando que los trabajadores estaban entre insatisfechos y ni satisfechos/ ni insatisfechos con la calidad de vida en el trabajo. La remuneración fue considerada como fuente de menor satisfacción, mientras el dominio de status profesional es el de mayor satisfacción. El instrumento se mostró confiable para el grupo estudiado, con alpha de Cronbach igual a 0,81.This transversal and descriptive study aimed at

  15. Projeto de primeiro mundo com conhecimento e trabalho do terceiro?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruy de Quadros Carvalho

    1993-04-01

    Full Text Available No artigo procura-se documentar e discutir a relação existente entre atraso tecnológico e uso predatório do trabalho, traçando um paralelo entre o Brasil e os países de industrialização avançada. Na atual fase de aceleração tecnológica, a ampliação do conteúdo inovativo do trabalho é o eixo comum da mudança dos processos de trabalho e constitui importante colaboração à capacidade das firmas de acumularem conhecimento e inovarem. No entanto, no Brasil, uma industrialização marcada pelo baixo grau de capacitação tecnológica contínua associada à predominância de processos de trabalho ainda inspirados em princípios tayloristas, baseados primordialmente no uso de força de trabalho pouco qualificada, mal remunerada e com vínculo de emprego instável. Argumenta-se que esses dois aspectos do atraso brasileiro reforçam-se mutuamente.The purpose of this article is to discuss die links between technological backwardness and the advanced industrialised countries. In the current acceleration of technical change, the content of work tends to be enlarged, to incorporate an innovative componet. Such re-valuation of the intelligence of work is an important source for firm's innovative capability. However, in Brazil, industrialisation has been characterised by a low degree of development of technological fragility reinforces (and is reinforced by the dominance of taylorism principles in the organisation of work, and the use of a workforce which is, generally, little skilled, badly paid and subject to high turnover.

  16. Moderación de la Relación Entre Tensión Laboral y Malestar de Profesores Universitarios: Papel del Conflicto y la Facilitación Entre el Trabajo y la Familia/ Moderation of the Relation Between Job Strain and the Dissatisfaction of University Professors: The Role of Conflict and of Facilitation Between Work and Family/ Moderação da Relação Entre Tensão Laboral e Mal-estar de Professores Universitários: Papel do Conflito e a Facilitação Entre o Trabalho e a Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Viviola Gómez

    2015-05-01

    Full Text Available Se evaluó si el conflicto y la facilitación entre trabajo y familia moderan la relación entre tensión laboral y salud psicológica, y si los niveles de conflicto y facilitación varían según el sexo. Se realizó un estudio transversal con 302 profesores de universidades públicas y privadas de Bogotá, quienes respondieron cuestionarios que evaluaban tensión laboral, conflicto y facilitación trabajo-familia y familia-trabajo, ansiedad, depresión, síntomas psicosomáticos, adaptación social y burnout. Los resultados indicaron que el conflicto trabajo-familia modera la relación entre tensión laboral y burnout, mientras que el conflicto familia-trabajo modera la relación entre tensión laboral y depresión. En ambos casos, reportes más altos de tensión laboral y conflicto estuvieron vinculados con mayores experiencias de malestar.

  17. O princípio da precaução como nexo comunicacional entre o trabalho com nanotecnologias e o agir precaucional: aportes à construção de uma diretriz fundada na dignidade da pessoa humana do trabalhador

    OpenAIRE

    Machado, Viviane Saraiva

    2012-01-01

    O trabalho aborda a Constitucionalização do Direito do Trabalho como reflexo da Constitucionalização do Direito Privado. O desafio de respeito aos direitos constitucionais à saúde, higiene e segurança do trabalhador surge com a incerteza das nanotecnologias, que aponta para a necessidade de aprofundamento do conhecimento tecnocientífico para obtenção de informações sobre as nanopartículas visando evitar danos ao homem e ao ecossistema. Nessa esteira, revela-se primordial a efetivação do direi...

  18. TRABALHO FEMININO E TECNOLOGIA: A Imagem da Alteridade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice F. Itani

    1992-12-01

    Full Text Available A introdução de inovações tecnológicas nos sistemas produtivos mantém a divisão de espaços profissionais entre os gêneros e coloca questões às ciências sociais. Uma distinção entre o trabalho feminino e o masculino perpassa as novas competências requeridas, como uma construção social que repousa na representação do feminino como negativo da qualificação. O presente texto baseia-se numa pesquisa realizada no metrô de São Paulo entre 1985 e 1989. Constitui uma tentativa de contribuir para uma reflexão em torno do conteúdo da separação dos espaços profissionais entre trabalho feminino e masculino, acompanhando a oposição à entrada das mulheres no trabalho envolvendo qualificação técnica. A atitude contra a "invasão feminina" que, se representa como uma atitude de defesa de espaços profissionais é também de defesa do coletivo. E, ainda, de resistência à uma re-elaboração do "fazer" enquanto competência profissional concebido no masculino e, por conseguinte, uma atitude de resistência contra o viver a alteridade que a "condutora" representa na subversão da identidade masculina.

  19. Desenvolvimento, globalização e trabalho decente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo Baltar

    Full Text Available O objetivo do artigo é discutir alguns desafios para o projeto brasileiro de desenvolvimento, baseado no consumo de massas dos três últimos Planos Plurianuais, que consiste na busca de equacionamento entre a ampliação da renda nacional através do trabalho, com aumento da empregabilidade e eliminação da precarização do trabalho. A pesquisa procura avaliar e comparar alguns indicadores sobre qualidade no emprego formal, tal como definido pela proposta da Organização Internacional do Trabalho (OIT para a Agenda do Trabalho Decente, em conjunto com dados que mostram a trajetória de inserção do Brasil no comércio internacional. O estudo levanta questões sobre as possibilidades de se garantir uma política de maior inserção no processo de globalização e, ao mesmo tempo, rever as consequências diretas da internacionalização da produção e do comércio sobre a qualidade do trabalho e a geração de renda. O texto conclui apontando que a formação de uma política de desenvolvimento centrada na ampliação do mercado interno, com propostas de expansão do consumo de massas, requer a definição de metas, não apenas de empregabilidade, mas voltadas à formação de empregos que atendam aos direitos fundamentais dos trabalhadores, seguindo os parâmetros da Agenda do Trabalho Decente.

  20. Um indicador de não satisfação no trabalho e a mobilidade do mercado de trabalho: um estudo para homens e mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Carusi Machado

    2014-08-01

    Full Text Available Existem evidências na literatura internacional de que medidas de não satisfação no trabalho podem funcionar como boas preditoras para as saídas do mercado de trabalho. Desta forma, essas medidas seriam informativas para o entendimento das diferenças de mobilidade no mercado de trabalho entre homens e mulheres, complementando outros indicadores de trabalho comumente utilizados. Os trabalhadores insatisfeitos na ocupação são provavelmente os que mais contribuem para o aumento da rotatividade no mercado de trabalho, sendo mais vulneráveis ao desemprego, à inatividade ou à inserção de forma autônoma. Utilizaremos como proxy para a não satisfação no trabalho a variável que identifica se o indivíduo ocupado tomou alguma providência para conseguir trabalho. Nossos resultados mostram que a insatisfação no trabalho é um determinante importante da probabilidade de o trabalhador ficar inativo ou desempregado e de transitar para uma ocupação autônoma.

  1. A divisão do trabalho no setor de saúde e a relação social de tensão entre trabalhadores e gestores Work division in the health sector and the social relationship of tension between workers and managers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlene Laurenti Monterrosa Ayala

    2007-07-01

    Full Text Available Este estudo estrutura-se partir da análise crítica da gestão do trabalho no setor público de saúde no município de Joinville (SC, em relação à situação do trabalho no cotidiano dos trabalhadores de saúde nas unidades básicas do Sistema Único de Saúde (SUS. Nele são identificados alguns princípios de funcionamento dos serviços de saúde empreendidos pela gestão como mecanismos de dominação no trabalho, e que decorrem de sua divisão, a saber: o caráter fragmentar da organização do trabalho no setor de saúde, o domínio do conflito pela gestão, o controle dos trabalhadores pelas metas de produção e a resistência dos trabalhadores de saúde ao trabalho imposto. O estudo utiliza, como forma de evidenciar a existência da divisão do trabalho, as técnicas de pesquisa: entrevista e observação direta do trabalho.This study is based on a critical analysis of work management in the public health sector in Joinville (State of Santa Catarina, with regards to the daily work situation of health care workers in the basic Unified National Health System (SUS units. It identifies a few of the health service's operating principles, as set forth by the management such as work domination mechanisms, and which result from its division, as follows: the fragmentary nature of work organization in the health sector, management's conflict domination, worker control by production goals, and health care worker resistance to imposed workloads. The study uses the following research techniques to show the work division: interviews and direct observation of the work.

  2. Subjetividade e trabalho: algumas contribuições conceituais de Michel Foucault

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Ramminger

    2008-06-01

    Full Text Available Este artigo pretende contribuir para o campo de estudos das relações entre saúde e trabalho, particularmente para a discussão da relação entre subjetividade e trabalho. Subjetividade é um conceito amplamente utilizado em psicologia, mas nem por isso há um consenso a respeito de seu significado. Busca-se discutir o conceito de subjetividade em Michel Foucault, sugerindo que este pode ser um conceito estratégico, na medida em que nos permite pensar a partir da indissociabilidade entre individual e coletivo, interior e exterior, dentro e fora, indivíduo e sociedade, rompendo com as dicotomias que tradicionalmente marcaram os campos da psicologia e dos estudos sobre a relação saúde e trabalho.

  3. Paradoxos do capitalismo e trabalho em call centers: Brasil, Portugal e Cabo Verde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cinara L. Rosenfield

    Full Text Available O objetivo deste artigo é compreender o contexto do trabalho na chamada sociedade da informação e as diferentes formas de trabalho que nela se desenvolvem, em especial o teletrabalho em call centers. Diante de um novo paradigma tecnológico, característico da era da informação, trata-se de analisar as diferentes configurações do trabalho. O trabalho em call centers parece condensar as ambigüidades de um trabalho informacional com alto controle, o que o colocaria entre as esperanças do pós-taylorismo e os temores do neo-taylorismo. A Teoria Crítica de Axel Honneth permite-nos pensar a experiência do trabalho no seio daquilo que o autor intitula "paradoxos do capitalismo". O significado do trabalho, em sua dimensão social, ganha força ao ser demonstrado que o "novo capitalismo" logra produzir progresso moral, baseado nos legados do Estado Social e do modelo taylorista e fordista de trabalho, e, simultaneamente, produz o seu contrário, ao erodir o alcance emancipador dessas normas e valores. Este estudo analisa o trabalho em call centers em três países de língua portuguesa: Brasil, Portugal e Cabo Verde.

  4. Imagens do trabalho no rami

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Babler Gusmão

    2009-06-01

    Full Text Available As fotografias aqui reproduzidas pertencem ao acervo fotográfico de Jorge Takeo Takano que registra a história de Uraí desde as suas origens. Esse acervo guarda o produto de uma vida inteira de trabalho como fotógrafo - são 66 anos de atividades em que registrou em aproximadamente 10 mil fotos, as origens da cidade. Mas também a herança de seu pai, Kiyoshi Takano e do seu irmão mais velho, Toshiro Takano, que testemunharam o crescimento de Uraí e Assai, cidades do norte do Paraná, através das...

  5. Divisão do trabalho e trabalho técnico nas escolas de sociedades ocidentais Work division and technical work in the Western schools

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Louis LeVasseur

    2004-12-01

    Full Text Available Este artigo mostra como a divisão do trabalho nas escolas dos Estados Unidos, da França e de Quebec sofre o efeito do aumento dos efetivos de agentes técnicos, essencialmente caracterizados por uma formação pré-universitária e por um trabalho de auxílio aos profissionais docentes e não-docentes (psicólogos, psicoeducadores,1 trabalhadores sociais, orientadores pedagógicos. Os autores focalizam as categorias de emprego2 que oferecem serviços de acompanhamento aos alunos, mais ou menos vinculados à pedagogia ou à gestão do comportamento dos alunos, o que exclui as categorias de emprego que executam tarefas administrativas (secretariado ou manuais (zeladores, pessoal da manutenção dos prédios, motoristas de ônibus. Uma visão geral dos efetivos desses agentes escolares nos Estados Unidos, na França e em Quebec precede uma descrição sintética de suas respectivas funções. Em seguida, para melhor compreender a presença e o crescimento recente dessas categorias de emprego nos meios escolares, os autores propõem diversas pistas interpretativas ligadas a transformações que dizem respeito, cada uma a seu modo, à escola: a divisão do trabalho nas escolas, a desprofissionalização, o surgimento de um modelo comercial na educação, a massificação, a busca de novos modos de gestão dos comportamentos a-escolares baseados na empatia e a perda de legitimidade institucional (vinculada ao fato de nossas sociedades passarem de um modelo antigo de modernidade para um novo modelo de modernidade. Os autores frisam em particular o risco de ver esse pessoal técnico, que tem uma formação diferente da dos profissionais docentes e não-docentes, introduzir nas escolas um pluralismo normativo que leva a uma certa forma de instabilidade institucional.This paper explores the division of work in schools and colleges from the United States, France and Quebec, and shows the impact of the increase of technical agents mainly characterized by

  6. Housework, paid work and psychiatric symptoms Trabalho doméstico, trabalho assalariado e sintomas psiquiátricos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma S Santana

    2001-02-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To evaluate the hypothesis that work burden, the simultaneous engagement in paid work and unpaid family housework, is a potential risk factor for psychiatric symptoms among women. METHODS: A cross-sectional study was carried out with 460 women randomly selected from a poor area of the city of Salvador, Brazil. Women between 18 to 70 years old, who reported having a paid occupation or were involved in unpaid domestic activities for their families, were eligible. Work burden-related variables were defined as: a double work shift, i.e., simultaneous engagement in a paid job plus unpaid housework; and b daily working time. Psychiatric symptoms were collected through a validated questionnaire, the QMPA. RESULTS: Positive, statistically significant associations between high (>7 symptoms QMPA scores and either double work shift (prevalence ratio -- PR=2.04, 95% confidence interval -- CI: 1.16, 2.29 or more than 10 hours of daily work time (PR=2.29, 95% CI: 1.96, 3.43 were found after adjustment for age, marital status and number of pre-school children. CONCLUSIONS: Major correlates of high QMPA scores are work burden variables. Being married or having pre-school children are also associated with high QMPA scores only when associated with work burden.OBJETIVO: Avaliar a hipótese de que a dupla carga de trabalho é um fator de risco potencial para sintomas psiquiátricos em mulheres. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com 460 mulheres aleatoriamente selecionadas de uma área pobre da cidade de Salvador, BA, Brasil. Foram selecionadas mulheres entre 18 e 70 anos de idade, que referiram ter ocupação paga ou estar envolvidas com trabalho doméstico não remunerado para as suas famílias. A sobrecarga de trabalho foi analisada como: a dupla jornada de trabalho, i.e., envolvimento simultâneo em trabalho pago e trabalho não pago para a família; e b duração da jornada diária total de trabalho. Os sintomas psiquiátricos foram registrados

  7. O PROFESSOR DAS ESCOLAS DO CAMPO: TRABALHADOR DE MÚLTIPLAS JORNADAS DE TRABALHO

    OpenAIRE

    Odimar J. Peripolli; Alceu Zoia

    2014-01-01

    As crescentes transformações socioeconômicas e o desenvolvimento do modo de produção têm provocado mudanças significativas no mundo do trabalho. As mudanças se fazem sentir também na escola. Neste trabalho nos propomos trazer para a reflexão um pouco da realidade da educação do campo, mais especificamente, as condições de trabalho do professor. Trabalhador dividido entre os muitos afazeres. Na roça: o camponês-professor e, na escola/ sala de aula: o professor-camponês. Em ambas as atividades,...

  8. Pescadores de Sonhos: um olhar sobre as mudanças nas relações de trabalho e na organização social entre as famílias dos pescadores diante do veraneio e do turismo balnear em Salinópolis, Pará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denize Adrião

    Full Text Available A atividade balnear e turística de Salinópolis, região do Salgado Paraense, tem desencadeado importantesesumo: A transformações na organização social e espacial do lugar através de um processo acelerado de valorização e especulação imobiliária em função da 'segunda residência' de veranistas. A população local, composta essencialmente por pescadores tradicionais e pequenos produtores rurais, frente ao processo de turistificação balnear, passa a privilegiar os trabalhos como o dos 'caseiros' nas propriedades dos veranistas e outros voltados para o balneário, incorporando novas formas de se relacionar com o mundo, sem, contudo, abandonar o seu modus vivendi povoado por seres encantados e explicado pela força da natureza. O olhar desta pesquisa centra-se na vida familiar e sociocultural dos moradores do bairro da Prainha, que foram remanejados do centro para a periferia da cidade em função do zoneamento urbano balnear, focalizando a mudança nas relações de trabalho da pesca para os trabalhos de caseiros e outros voltados para o veraneio e, como essas mudanças redefinem o cotidiano destes moradores, provocando transformações nas formas de organização social. Os 'Pescadores de Sonhos' são estas famílias de pescadores artesanais que gradativamente abandonam o trabalho da pesca na sua forma tradicional, para partirem em busca de inúmeras outras atividades voltadas para o comércio balnear, na expectativa de melhorar de vida.

  9. Trabalho escravo urbano contemporâneo: o trabalho de bolivianos nas oficinas de costura em São Paulo

    OpenAIRE

    Kempfer, Marlene; Universidade Estadual de Londrina - UEL; Martins, Lara Caxico; Universidade Estadual de Londrina - UEL

    2013-01-01

    A Constituição Federal Brasileira de 1988 prevê, em seu Art.1º, III, entre seus fundamentos a dignidade da pessoa humana. Mas, infelizmente, hoje no Brasil há inúmeros casos de cidadãos bolivianos reduzidos à condição análoga a de escravo também no campo das oficinas de costura na grande São Paulo. A fiscalização do Ministério do Trabalho e relatórios da OIT denunciam que diversos trabalhadores são submetidos a baixíssimos salários, locais insalubres de trabalho, péssimas condições de higiene...

  10. Riscos de contaminação ocasionados por acidentes de trabalho com material pérfuro-cortante entre trabalhadores de enfermagem Riesgos de contaminación ocasionados por accidentes de trabajo con material corto-punzante en trabajadores de enfermeria Contamination risks caused by occupational accidents with cutting and piercing material among nursing workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Palucci Marziale

    2004-02-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve por objetivo identificar dentre os trabalhadores de enfermagem, de quatro hospitais da região de Ribeirão Preto-SP, aqueles que foram acometidos por acidente de trabalho com material pérfuro-cortante e encaminhados para avaliação a um serviço especializado no tratamento de doenças infecciosas, os que foram contaminados e as condutas adotadas diante do acidente. Trata-se de pesquisa de campo de caráter descritivo. A amostra foi constituída por 30 sujeitos e os dados foram coletados através de consulta ao prontuário médico dos trabalhadores. Os resultados revelaram que nenhum dos trabalhadores foi contaminado pelos vírus HBV, HCV, ou HIV, no entanto, foi observado que apenas 23,33% dos trabalhadores compareceram a todos os retornos agendados para verificação de possível soroconversão. Em relação às condutas tomadas diante do acidente, foi indicado o uso de quimioprofilaxia em 76,67% dos casos, exames sorológicos em 100% dos casos e imunização contra hepatite em 9,99% dos casos. Devido à grande ocorrência de acidentes percutâneos, segundo estimativas oficiais de outros países, concluímos que maior atenção deva ser direcionada para a prevenção desses acidentes, bem como ao rigor do seguimento pós-exposição ocupacional.Esta investigación tuvo como objetivo identificar entre los trabajadores de enfermería de cuatro hospitales de la región de Ribeirão Preto, SP, Brasil, afectados por accidente de trabajo con material corto-punzante y remitidos para evaluación a un servicio especializado en el tratamiento de enfermedades infecciosas, los que fueron contaminados y las conductas adoptadas con relación al accidente. Se trata de una investigación de campo de carácter descriptivo. La muestra estuvo constituida por 30 sujetos y los datos fueron recolectados a través de consulta al informe médico de los trabajadores. Los resultados revelaron que ninguno de los trabajadores fue contaminado por el

  11. Direito humano e direito social : para onde vai o trabalho

    OpenAIRE

    Reimann, Marcos Francisco; Kuyumjian, Marcia de Melo Martins

    2001-01-01

    As recentes transformações ocorridas nos processos de produção e nas relações trabalhistas trazem à discussão um problema de muitas faces, entre as quais salientase a questão da centralidade do trabalho na organização da sociedade. Irrompem novas práticas que colocam em suspenso antigos paradigmas aparentemente consolidados na sociedade, tanto no que concerne às ações como no que se refere aos princípios éticos norteadores dessas ações. Globalização, flexibilização, modernidade, re...

  12. A eutonia e o trabalho do ator: experimentos

    OpenAIRE

    Fernanda Moretti Pereira de Faria

    2010-01-01

    A proposta da presente pesquisa é a prática corporal da Eutonia como ferramenta de suporte para o trabalho do ator, exemplificado pelo Sistema de K. Stanislavski. Sua leitura permite a assimilação dos conceitos teóricos da Eutonia criada por Gerda Alexander e a compreensão dos resultados práticos, descritos através de um experimento com um grupo de atores em formação. O estudo realizado em uma etapa literária e outra vivencial demonstra as possíveis conexões entre Alexander e Stanislavski. De...

  13. Trabalho e educação em saúde no Brasil: tendências da produção científica entre 1990-2010 Work and education in health in Brazil: trends in scientific output between 1990-2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Viana

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é analisar as características da produção científica sobre educação e trabalho em saúde no Brasil no período de 1990 a 2010. Realizou-se um estudo de síntese a partir de resumos de artigos publicados em revistas brasileiras selecionados nas bases bibliográficas Scielo e Lilacs. Foram selecionados 532 trabalhos, categorizados a partir do ano de publicação, temática abordada e tipo de estudo. Observa-se o crescimento da produção de artigos no período analisado, mais especialmente a partir do ano de 2007. A principal temática investigada é a formação e a capacitação de profissionais de saúde, sendo que a maioria dos trabalhos nesta área analisa reformas curriculares, metodologias de ensino-aprendizagem e experiência de articulação ensino-serviço. Além deste tema, outras questões são estudadas tais como a configuração e as tendências do mercado de trabalho em saúde e as características do processo de trabalho em diversos espaços, a exemplo de unidades de atenção primária à saúde. Chama a atenção o número reduzido de estudos relacionados à formulação de políticas, planejamento e gestão do trabalho no âmbito das instituições públicas e privadas, bem como a escassez de trabalhos que apresentem reflexões de caráter teórico-conceitual acerca do tema.The scope of this article is to analyze the characteristics of scientific literature on work and education in health in Brazil from 1990 to 2010. A synthetic study was conducted from abstracts published in Brazilian journal articles selected from the SCIELO and LILACS databases. Five hundred and thirty-two articles were selected, categorized according to their origin, year of publication, theme, and type of study. The publication of these scientific articles increased during the period analyzed, particularly from 2007 onwards. The main areas researched were education and training of health professionals, and the majority of

  14. Estudo comparativo entre três volumes de Ropivacaína 1mg-mL e Sufentanil 0,25mcg-mL por via epidural em bolus intermitentes e sua relação com a duração da analgesia durante o trabalho de parto

    OpenAIRE

    Pereira, Luciano Duarte Pires

    2013-01-01

    Dissertação de mestrado em Farmacologia Aplicada, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra. Objectivos: A técnica de bolus epidurais intermitentes programados, como técnica de manutenção mais recente da analgesia epidural no trabalho de parto, reduz a duração do segundo estadio e a administração de anestésicos locais, aumenta a satisfação materna e possivelmente reduz a taxa de parto instrumentalizado. No entanto, os volumes e intervalos de fármacos administrados pode...

  15. A relação entre satisfação com as recompensas, comprometimento organizacional e satisfação no trabalho : um estudo no sector da hotelaria em quatro hoteis na região de Lisboa

    OpenAIRE

    Andrade, Lauro Simões

    2015-01-01

    Mestrado em Gestão de Recursos Humanos Muitos dos esforços da Gestão de Recursos Humanos se centram no desenvolvimento de políticas e procedimentos que promovam a satisfação dos seus colaboradores, sobretudo pela estreita relação desta com o comprometimento individual e o desempenho global das organizações. Neste sentido, é relevante estudar em que medida os colaboradores se encontram satisfeitos com o sistema de recompensas vigente e com o trabalho e, de que modo essa satisfação afeta o s...

  16. Vivências de sofrimento e prazer no trabalho de gerentes de banco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaís Augusta Cunha de Oliveira Máximo

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo discutir as vivências de sofrimento e prazer no trabalho de gerentes de bancos públicos e privados da cidade de João Pessoa, Paraíba. Para tanto, a psicodinâmica do trabalho foi utilizada como referência teórica principal, tendo em vista a articulação dos materiais produzidos em campo com o que a abordagem ensina sobre o sujeito no trabalho, especificamente no que diz respeito à relação complexa entre sofrimento, prazer e trabalho. Para as análises apresentadas, consideram-se as transformações no trabalho gerencial e nos modos de gestão e de funcionamento dos bancos ocorridos nas últimas décadas. Foram realizadas 16 entrevistas com pessoas que exerciam gerências gerais ou intermediárias, analisadas através da análise de conteúdo temática. Os resultados evidenciaram que os seguintes elementos se colocam como fonte de prazer ou de sofrimento: o trabalho com clientes e outros funcionários, o reconhecimento ou a ausência de reconhecimento desse trabalho, a estrutura organizacional, a carga de trabalho e a pressão por resultados, a autonomia ou a falta de autonomia para tomar decisões e a remuneração. Tais resultados demonstram que a relação entre a organização do trabalho e o sujeito está em contínuo movimento, em equilíbrio dinâmico.

  17. Trabalho e educação: um desafio comprometido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iracy Silva Picanço

    1993-06-01

    Full Text Available Não se constitui em tarefa fácil tomar a temática trabalho e educação tendo em vista a proposição de rumos para um plano de educação numa realidade social como a que vivemos. E, em particular, para a realidade educacional baiana nesta conjuntura. É certo que o tema tomou ares de moda no seio dos educadores, fato este comum entre nós para outros temas e em diferentes conjunturas. Quase sempre, nas últimas décadas e em determinados períodos, um tema toma conta das discussões na área para em seguida cair no esquecimento. Mas, ainda que com o risco da moda, entendo que o problema da articulação entre trabalho e educação tem um lugar de dominância quando se procura caminhos para direcionar ou induzir os investimentos e ações no campo educacional.

  18. Litispendência entre as demandas coletivas

    OpenAIRE

    Caldeira, Adriano Cesar Braz

    2008-01-01

    O trabalho, que ora se apresenta, tem por objeto tratar de uma figura, objeto de constantes polêmicas na doutrina e na jurisprudência, qual seja, a litispendência entre as demandas coletivas e entre estas e as individuais. Nada obstante tenhamos na bibliografia excelentes obras, cuidando da figura da litispendência entre estas espécies de demandas, fazem-no, salvo raras exceções, restritivamente com relação ao processo individual. Entendemos que tratar do processo coletivo com olhos fixos nas...

  19. Processo de trabalho e acidentes de trabalho em coletores de lixo domiciliar na cidade do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Velloso Marta Pimenta

    1997-01-01

    Full Text Available O presente trabalho descreve o processo de trabalho da coleta de lixo domiciliar visto pelo próprio trabalhador. A unidade específica de análise foi o grupo de trabalhadores da Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro (COMLURB lotados na gerência de limpeza leste (LGL-3, no bairro do Rio Comprido. A metodologia utilizada baseou-se na recuperação da vivência do trabalhador sobre o seu trabalho, acrescida da observação do pesquisador, registrada em vídeo. Entre os riscos identificados no processo da coleta de lixo, destacam-se: mecânicos (cortes, ferimentos, atropelamentos, quedas graves, ergonômicos (esforço excessivo, biológico (contato com agentes biológicos patogênicos, químico (substâncias químicas tóxicas e sociais (falta de treinamento para o serviço.

  20. Processo de trabalho e acidentes de trabalho em coletores de lixo domiciliar na cidade do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Pimenta Velloso

    Full Text Available O presente trabalho descreve o processo de trabalho da coleta de lixo domiciliar visto pelo próprio trabalhador. A unidade específica de análise foi o grupo de trabalhadores da Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro (COMLURB lotados na gerência de limpeza leste (LGL-3, no bairro do Rio Comprido. A metodologia utilizada baseou-se na recuperação da vivência do trabalhador sobre o seu trabalho, acrescida da observação do pesquisador, registrada em vídeo. Entre os riscos identificados no processo da coleta de lixo, destacam-se: mecânicos (cortes, ferimentos, atropelamentos, quedas graves, ergonômicos (esforço excessivo, biológico (contato com agentes biológicos patogênicos, químico (substâncias químicas tóxicas e sociais (falta de treinamento para o serviço.

  1. Reflexões acerca da busca de uma nova qualidade da educação: relações entre juventude, educação e trabalho Reflections on the quest for a new quality in education: relations among youth, education and work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilena Nakano

    2007-10-01

    Full Text Available No Brasil, a condição juvenil contemporânea é produzida pela recente expansão das oportunidades de escolarização, pela diversidade de vivências e experiências que os jovens produzem em instâncias sociais distintas das instituições tradicionais de reprodução social. A escola que logram acessar não produziu uma qualidade efetiva, pois pauta seu trabalho a partir de representações que pouco têm a ver com os adolescentes e jovens concretos. Assim, no caso brasileiro, é preciso relativizar a máxima de que educação escolar "faz juventude" e considerar que tal ideal da modernidade só será atingido quando for possível combinar a universalização da escola básica e a qualidade que tal condição carrega com a possibilidade dos jovens viverem a integração no universo do trabalho, como experimentação e não como compulsoriedade, a partir de um outro modelo social que garanta os ideais de universalização dos direitos à escola e ao trabalho a todos os jovens.In Brazil, the contemporary youth's condition is produced by the recent expansion of schooling opportunities and by the diversity of experiences that young people produce in social instances that are different from the traditional institutions of social reproduction. The schools to which they have access do not produce effective quality because they work based on representations that have little to do with real teenagers and young people. Thus, in the case of Brazil, one must relativize the motto that school education « makes youth » and consider that the modern youth's condition will only be attained when it becomes possible to combine the universalization of primary and secondary schools and the quality that this condition requires, allowing young people to live the integration in the work universe as experimentation and not in a compulsory way, based on another social model that garantees the ideals of universalization, the rights to school and work to all the young

  2. Estágio: da interface entre a escola e o mercado à configuração de uma relação de trabalho de novo tipo (Training: from the interface between the school and the market to the development of a new kind of work relationship

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Luiz Bernardim

    2010-01-01

    Full Text Available Resumo: Este artigo apresenta os resultados de pesquisa teórica e empírica a respeito do estágio como forma de inserção no mercado de trabalho. Valendo-se de autores críticos ao sistema capitalista, visa discutir o estágio como mecanismo de transição da educação para o trabalho; também objetiva apreender os conceitos, o condicionamento jurídico e as opiniões dos atores envolvidos com o estágio. Além de uma discussão teórica, são utilizados dados de pesquisas exploratórias recentes, realizadas com estudantes e trabalhadores da cidade de Guarapuava - PR, concluindo que o estágio apresenta-se como um canal importante de inserção profissional que contribui para a formação profissional, mas que também se presta para flexibilizar as relações de emprego e precarizar as condições de inserção e permanência no mercado de trabalho.Abstract: The present study reveals the results of a theoretical and field research about training as a means of insertion in the market. Based on the work of authors that criticize the capitalist system, our article aims at discussing the training as a mechanism of transition from education to labor; it also seeks to understand the concepts, the judicial conditioning, and the opinions of the trainees. Recent research data was used along with a theoretical discussion of the issue. The data were collected with students-workers from the city of Guarapuava, state of Paraná. Our conclusion was that training is an important means of professional initiation that consequently assists professional formation. However, it also loosens the work relations and reduces the opportunities for insertion and permanence in the market.

  3. Trabalho e aposentadoria: as repercussões sociais na vida do idoso aposentado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bulla, Leonia Capaverde

    2003-01-01

    Full Text Available Este artigo propõe reflexões sobre as relações entre trabalho, aposentadoria e terceira idade, segmento que hoje representa uma parcela significativa da população. Considera-se o trabalho fundamental para a qualidade de vida dos sujeitos, que são muitas vezes excluídos do mercado de trabalho, sem grandes possibilidades de reinserção. Discutem-se as dificuldades que os idosos enfrentam para se manter atualmente no mercado de trabalho, a importância da preparação para a fase de aposentadoria e a necessidade de continuarem participando de todos os âmbitos da vida social e lutando para a efetivação de seus direitos

  4. MEMÓRIA SOBRE A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO (QVT: UMA PERSPECTIVA CRÍTICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Felipe de Albuquerque Fell

    2015-12-01

    Full Text Available Esta pesquisa pode ser inscrita entre os trabalhos que buscam, pela reflexão crítica e uma discussão teórica, investigar os incessantes esforços de instrumentalização do homem no trabalho a partir de mecanismos cada vez mais elaborados de controle e alienação, assim como tentar compreender que conseqüências isso tem desencadeado para a sociedade moderna. Pode-se considerar que um desses mecanismos é a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT que aqui foi abordada de forma crítica e cuja escolha pode ser justificada porque a QVT apresenta várias formas de exercitar o controle instrumentalizador nas dimensões presentes em seus modelos. Desse modo, ficou claramente evidenciado que as recompensas diretas e indiretas, o ambiente de trabalho seguro e atrativo, a concepção do trabalho, a autonomia e a participação do indivíduo, a imagem social da empresa e o equilíbrio entre trabalho, família e lazer; na realidade, promovem a instrumentalização do trabalhador por meio de métodos cada vez mais sofisticado de controle social. Em outros termos, notou-se que as ferramentas de controle tanto objetivas quanto subjetivas presentes nos modelos de QVT, ao atuarem sobre a conduta e o comportamento do indivíduo no trabalho (instrumentalização, em busca de maior eficiência para a produtividade (lógica organizacional, desencadeiam a banalização das injustiças sociais (DEJOURS, 2006 e culminam com a alienação do homem no trabalho, o que garante a manutenção do sistema. Palavras- chave: memória sobre QVT; perspectiva crítica sobre QVT.

  5. Aspectos de vida, trabalho e saúde de trabalhadores do setor de rochas ornamentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Almeida Baptistini

    2013-07-01

    Full Text Available O processo saúde-doença é determinado socialmente, sendo o trabalho um fator que influencia fortemente o perfil de morbimortalidade. O objetivo deste artigo é estudar a relação entre as condições de trabalho e saúde referidas por trabalhadores da indústria de rochas ornamentais, moradores de um distrito de Cachoeiro de Itapemirim (ES. Estudo epidemiológico, transversal, com coleta de dados realizada através de questionário aplicado a 187 trabalhadores em seus domicílios. A análise utilizou métodos estatísticos descritivos e analíticos. Grande percentual de trabalhadores referiu morbidade aguda (45,5% e crônica (44,9%, percebida por eles como relacionada ao trabalho (56,5% e 51,2%, respectivamente. Apesar da maior percepção dos riscos de insalubridade ambiental por parte dos trabalhadores, os que referiram morbidade relacionaram principalmente os aspectos ergonômicos do trabalho ao principal grupo de transtornos apresentados, os osteomusculares. O elevado percentual de morbidade é resultado da inserção desses indivíduos em um processo de trabalho onde as condições e a organização do trabalho geram desgaste físico e mental, sendo determinada pela divisão social do trabalho no setor.

  6. Autoconceito de trabalhadores assediados moralmente no trabalho

    OpenAIRE

    Invitti, Cinara

    2012-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia O assédio moral no trabalho é uma violência moral e psicológica decorrente das relações de trabalho, que ocorre em caráter processual e repetitivo. Inicialmente, a vivência do assédio moral no trabalho tende a ocasionar alterações que podem ser consideradas superficiais e inofensivas. No entanto, conforme as agressões se tornam frequentes, o sofri...

  7. Sofrimento psíquico e trabalho

    OpenAIRE

    Vieira,Sarah Rosa Salles

    2014-01-01

    O presente artigo aprofunda questões clínico-téoricas relacionadas especificamente ao trabalho docente e ao sofrimento psíquico a ele relacionado a partir da observação clínica e vivência grupal nos atendimentos terapêuticos ocupacionais realizados no Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo "Francisco Morato de Oliveira" (HSPE-FMO). Partindo dos estudos acerca da Psicopatologia do Trabalho de Christophe Dejours, do trabalho docente e do relato de um caso clínico, caracteriza a prob...

  8. Estudo do trabalho e do trabalhar no Nucleo de Apoio a Saude da Familia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Selma Lancman

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO Compreender características da organização, das condições de trabalho e das vivências subjetivas relacionadas ao trabalhar de dois núcleos de apoio à saúde da família. MÉTODOS Estudo de caso realizado entre 2011 e 2012 em dois núcleos de apoio à saúde da família de São Paulo, SP. Para coleta e análise dos dados, utilizaram-se referenciais teórico-metodológicos da ergonomia e da psicodinâmica do trabalho pautados, respectivamente, na análise ergonômica do trabalho, desenvolvida a partir de observações abertas de diversas tarefas e de entrevistas e na ação em Psicodinâmica do Trabalho, realizada por meio de grupos de reflexão sobre o trabalho. RESULTADOS O trabalho dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família estudados era constituído a partir de ações diversificadas e complexas devendo ser compartilhado entre profissionais e equipes envolvidas. Eram utilizadas ferramentas tecnológicas inovadoras, pouco adotadas pelos profissionais da atenção primária em saúde, e os parâmetros e instrumentos de produtividade não davam conta da especificidade e complexidade do trabalho realizado. Tais situações exigiam rearranjos organizacionais constantes, sobretudo entre os Núcleos de Apoio e as Equipes de Saúde da Família, provocando dificuldades na realização do trabalho e na própria constituição identitária dos profissionais estudados. CONCLUSÕES Procurou-se dar maior visibilidade aos processos de trabalho do Núcleo de Apoio à Saúde da Família de forma a contribuir para avanços da política pública de atenção primária à saúde. A introdução de mudanças no trabalho é antes de tudo um compromisso que deve ser permanente e contemplar todos os atores envolvidos.

  9. Ambiente, saúde e trabalho: temas geradores para ensino em saúde e segurança do trabalho no Acre, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josina Maria Pontes Ribeiro

    Full Text Available O artigo apresenta ambiente, saúde e trabalho como temas geradores necessários à construção de uma tecnologia social para educação profissional, considerando a ergologia como perspectiva de análise, e, o diálogo, como estratégia de ensino em Saúde e Segurança no Trabalho para Agentes de Combate a Endemias em Rio Branco, Acre, Brasil. A definição dos temas geradores é resultado do diálogo entre pesquisadores de diferentes áreas, trabalhadores que atuam ou atuaram no combate às endemias, bem como de discentes e docentes do Curso Técnico em Segurança do Trabalho no Instituto Federal do Acre (IFAC, mediante exercício de atividades de ensino, pesquisa e extensão. As pesquisas histórica e documental permitiram que se estabelecessem os nexos entre os projetos de desenvolvimento que impactaram significativamente o ambiente e as relações de trabalho na saúde daí resultantes.

  10. Cenas sociais e espaço de trabalho: homologias na vida profissional de jovens de classes populares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alicia Beatriz Gutiérrez

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Neste artigo, analisamos uma série de situações problemáticas em espaços de trabalho nos quais participam jovens de classes populares da cidade de Córdoba (Argentina e mostramos múltiplas interpenetrações que ocorrem entre os diferentes âmbitos de sua vida cotidiana, especificamente do trabalho. Retomando as noções de "esferas de valor" e "cenas sociais", propomos uma interpretação dos deslocamentos de lógicas de ação e critérios de valor comoestratégias de gestão de recursos no espaço de trabalho possibilitados por homologias estruturais entre diversas cenas sociais (trabalho, família, escola, rua, política e fundados na estrutura das relações de classe.

  11. Aspectos psicossociais do trabalho e transtornos mentais comuns em pilotos civis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Feijó

    2014-11-01

    Full Text Available O objetivo foi investigar a associação entre aspectos psicossociais do trabalho e prevalência de transtornos mentais comuns (TMC em pilotos da aviação civil brasileira. Estudo transversal quantitativo utilizando os instrumentos de autopreenchimento Job Content Questionnaire (JCQ e Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20. Foram avaliados 778 pilotos. No modelo de regressão logística múltipla se observa forte associação entre alta exigência e prevalência de TMC, quando comparada com baixa exigência, definida como referência (OR ajustado = 29,0. No modelo ajustado final permaneceram estatisticamente associadas às variáveis carga de trabalho e prática regular de exercício físico. A prevalência esperada de TMC nos pilotos do subgrupo de alta exigência, com carga pesada de trabalho e que não realizavam exercícios físicos, foi de 39,7%, enquanto que para os indivíduos de baixa exigência, que praticam exercícios e têm carga leve de trabalho foi de 0,4%. As condições de trabalho podem ser consideradas como potenciais fatores contribuintes para o surgimento de TMC, com provável impacto na segurança de voo.

  12. Entre Margens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raiane Cordeiro de Souza Moreira

    2016-07-01

    Full Text Available A aproximação das duas obras em questão, A jangada de Pedra e “A terceira margem do rio”, de José Saramago e Guimarães Rosa, respectivamente, evidencia a atitude questionadora dos autores, que ousaram buscar a diferença, o insólito, numa tentativa de destituir o absoluto. Percebe-se, nessas obras, a busca da defesa de um espaço de exceção. As narrativas se passam no “entre-lugar”, no “nãolugar”, e as personagens são marcadas pela busca de identidade e de autoconhecimento. O espaço escolhido pelos autores denota não mais o uno e o absoluto ou a bipolaridade, mas um lugar terceiro, em que as contradições e os opostos estão reunidos. Em ambas as narrativas, a travessia representa a vida e as “embarcações”, a canoa e a jangada, seriam os próprios meios de conduzi-la. Busca-se, assim, observar o mundo de um ponto de vista que permite captar da melhor forma o movimento dos fenômenos em sua pluralidade e diversidade, percebendo a cultura pós-moderna marcada sempre por um movimento emergente das margens.

  13. Distúrbios osteomusculares e o trabalho dos que cuidam de idosos institucionalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Carmo Baracho de Alencar

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Os distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho continuam comuns entre trabalhadores, e permanece a preocupação dentro do tema "Promoção à saúde no trabalho". OBJETIVO: Investigar, em instituições na cidade de Curitiba, PR, as relações existentes entre as desordens osteomusculares de trabalhadores que cuidam de idosos, as condições de trabalho e a capacidade funcional dos idosos. MATERIAIS E MÉTODOS: Consistiram de elaboração de questionário contendo: dados demográficos, questões relacionadas ao trabalho, dificuldades no trabalho, entre outras; e os instrumentos: Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares (QNSO, com questões sobre a dor lombar, e aplicação do Índice de Barthel nos idosos atendidos pelos trabalhadores. Os questionários foram aplicados sob forma de entrevista e posteriormente ocorreram levantamentos das tarefas e observações sistemáticas das atividades, com base na Ergonomia. RESULTADOS: Participaram 43 trabalhadores que cuidam de idosos, de ambos os gêneros e de 14 instituições; e 308 idosos por eles assistidos. A profissão dos trabalhadores variou entre cuidadores de idosos, auxiliares de enfermagem, auxiliares de serviços gerais e limpeza. Foram encontrados sintomas de dores osteomusculares nos últimos 30 dias em 62,7% dos trabalhadores, sendo as regiões das dores mais prevalentes: lombar, cervical, ombros e joelhos; e 90,0% apresentaram um único emprego. As atividades de trabalho de maior dificuldade foram: troca de fraldas e transferências posturais. Em alguns locais, o ritmo de trabalho, pressão temporal e pequena quantidade de funcionários para as demandas exigidas, também influenciaram na presença de dores músculo-esqueléticas. CONCLUSÃO: Concluiu-se que fatores relacionados à organização do trabalho influenciaram nas desordens osteomusculares.

  14. Sintomas osteomusculares relacionados ao trabalho de enfermagem em unidade de terapia intensiva

    OpenAIRE

    Aline Caldas Martins

    2011-01-01

    Os trabalhadores de enfermagem submetem-se constantemente às condições de trabalho inadequadas, o que os sujeita às lesões musculoesqueléticas, principalmente nas unidades de cuidado a pacientes críticos e com alto grau de dependência. Assim, este estudo tem por objetivo apreender os sintomas de Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT) entre os trabalhadores de enfermagem, seus determinantes e possibilidades de prevenção. O estudo caracteriza-se como de caso, descritivo, de ...

  15. Trabalho imaterial, produção cultural colaborativa e economia da dádiva.

    OpenAIRE

    Lima, Clóvis Ricardo Montenegro de; Pizarro, Daniella; Faustino, Elisangela; Dittrich, Maireli

    2011-01-01

    Neste artigo discutem-se as relações entre trabalho imaterial, produção cultural colaborativa e economia da dádiva na sociedade atual. O intelecto geral é relacionado com a inteligência coletiva das redes digitais. A produção colaborativa emerge como forma privilegiada do fazer artístico e cultural. Esta produção pode contribuir para promoção e preservação da diversidade cultural. A produção cultural colaborativa evidencia pluralismo econômico. A generalização do trabalho imate...

  16. As fronteiras do travesti no trabalho do actor

    OpenAIRE

    Vasques, Eugénia

    2001-01-01

    Início de uma discussão e reflexão em meio teatral a fim de debatermos a existência (ou a não existência) de diferenças substanciais entre métodos e processos de trabalho interpretativo, actoral, provocados pelas figuras “em travesti”, procurando entender a discussão, em sede de processo teatral, em torno da opção sexual de uma “personagem” (cujo sexo coincidisse ou não com o do actor ou da actriz) ou do investimento político, nos referidos processos criativos, em questões como “géneros” dico...

  17. Reestruturação produtiva e variabilidade do trabalho: uma abordagem da ergonomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlia Issy Abrahão

    Full Text Available Este artigo é um estudo teórico que discute a pertinência de incorporar no escopo de um projeto de automação/informatização dos postos de trabalho o conceito de variabilidade. Neste sentido, ressalta a contribuição da ergonomia ao processo de introdução de novas tecnologias que, além de modificar a natureza do trabalho, a produtividade afeta, muitas vezes a saúde do trabalhador. A variabilidade do trabalho, decorrente da diferença entre a prescrição e a realidade, pode ser compreendida considerando: (a as características do trabalhador, ressaltando a noção de variabilidade inter e intra individual, e (b a organização do trabalho, onde destaca-se a variabilidade dos equipamentos/materiais e dos procedimentos. Ao considerar as variabilidades na concepção de um projeto ou na situação de inovação tecnológica, propicia-se uma melhoria das condições de trabalho, flexibilizando e reduzindo a polarização imposta pelo trabalho prescrito, cuja referência é, geralmente, um operário médio, bem treinado, que trabalha em um posto estável.

  18. Reestruturação produtiva e variabilidade do trabalho: uma abordagem da ergonomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Abrahão Júlia Issy

    2000-01-01

    Full Text Available Este artigo é um estudo teórico que discute a pertinência de incorporar no escopo de um projeto de automação/informatização dos postos de trabalho o conceito de variabilidade. Neste sentido, ressalta a contribuição da ergonomia ao processo de introdução de novas tecnologias que, além de modificar a natureza do trabalho, a produtividade afeta, muitas vezes a saúde do trabalhador. A variabilidade do trabalho, decorrente da diferença entre a prescrição e a realidade, pode ser compreendida considerando: (a as características do trabalhador, ressaltando a noção de variabilidade inter e intra individual, e (b a organização do trabalho, onde destaca-se a variabilidade dos equipamentos/materiais e dos procedimentos. Ao considerar as variabilidades na concepção de um projeto ou na situação de inovação tecnológica, propicia-se uma melhoria das condições de trabalho, flexibilizando e reduzindo a polarização imposta pelo trabalho prescrito, cuja referência é, geralmente, um operário médio, bem treinado, que trabalha em um posto estável.

  19. ATIVIDADE DOCENTE, CONDIÇÕES DE TRABALHO E PROCESSOS DE SAÚDE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Moraes Cruz

    2005-01-01

    Full Text Available As condições de saúde dos professores, assim como dos trabalhadores de uma forma geral, dependem fundamentalmente das relações entre as exigências e condições de realização do trabalho, denominadas genericamente de cargas de trabalho, derivadas do contexto e das características da organização do trabalho, nesse caso, da atividade de docência. A avaliação das condições de trabalho, a partir das suas dimensões físicas e psicológicas, permite ampliar o grau de compreensão acerca da percepção das condições de trabalho, dos riscos e evidências de processos de adoecimento. O presente estudo tem como objetivo caracterizar aspectos do trabalho de professores universitários e sua influência nos processos de saúde.

  20. Dimensões e indicadores da qualidade de vida e do bem-estar no trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleide Aparecida da Silva

    Full Text Available Investigou-se a influência de dimensões da qualidade de vida e bem-estar no trabalho (salários e benefícios; oportunidades de uso e desenvolvimento das próprias competências; condições físicas e de segurança no ambiente de trabalho; relacionamento e comunicação entre supervisores e empregados; relacionamento interpessoal com colegas de trabalho sobre seus indicadores (comprometimento organizacional afetivo, satisfação no trabalho, afetos positivos dirigidos ao trabalho. Duzentos e oitenta e quatro empregados do setor elétrico estatal responderam a escalas de avaliação dos diferentes construtos investigados. As oportunidades de uso e desenvolvimento das próprias competências foram o principal preditor positivo dos três indicadores considerados. Tais oportunidades caracterizam-se como um recurso motivacional do contexto laboral que influencia positivamente os indicadores da qualidade de vida e bem-estar no trabalho.

  1. Sofrimento psíquico e trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sarah Rosa Salles Vieira

    2014-03-01

    Full Text Available O presente artigo aprofunda questões clínico-téoricas relacionadas especificamente ao trabalho docente e ao sofrimento psíquico a ele relacionado a partir da observação clínica e vivência grupal nos atendimentos terapêuticos ocupacionais realizados no Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo "Francisco Morato de Oliveira" (HSPE-FMO. Partindo dos estudos acerca da Psicopatologia do Trabalho de Christophe Dejours, do trabalho docente e do relato de um caso clínico, caracteriza a problemática do sofrimento no trabalho, os sistemas de defesa contra este sofrimento, a ameaça à subjetividade do próprio trabalhador, as representações e conflitos vivenciados no trabalho docente, bem como a relação aditiva estabelecida como uma estratégia inconsciente de sobrevivência psíquica.

  2. O trabalho e o alcoolismo: estudo com trabalhadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verginia Medianeira Dallago Rossato

    2004-06-01

    Full Text Available Esta investigação foi realizada com trabalhadores de uma instituição pública, tendo por objetivos analisar a influência do trabalho na produção/reprodução e transformação do comportamento alcoolista. Metodologicamente este estudo se caracteriza como exploratório e qualitativo, tendo por técnicas de coleta de dados a análise documental e a observação participante. Entrevistas foram realizadas quando se fizeram necessárias para complementar a informação. A identificação de nexos de produção e reprodução do comportamento alcoolista no contexto institucional possibilitou propostas para sua transformação, bem como mostrou a necessidade de se fazer um trabalho integrado entre os serviços que tratam do alcoolista, ao se buscar outros investimentos para mudanças gradativas deste comportamento.

  3. Emprego e trabalho no início do século XXI: revisitando Keynes e Marx

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benedito Rodrigues de Moraes Neto

    Full Text Available A natureza do trabalho nas economias avançadas apresentou significativa mudança recente. O progresso tecnológico ocasionou redução do trabalho sem conteúdo e ampliação daquele de maior qualificação ou escolaridade, fenômeno para cuja discussão se busca auxílio de Keynes e Marx. No caso de Keynes, destaca-se sua antevisão de que o progresso tecnológico geraria imensa redução do tempo de trabalho e ampliação do tempo de lazer. Considerando que isso não ocorreu, a falha pode ter acontecido por trabalhar com oposição entre trabalho sem conteúdo e lazer, não possibilitando capturar as mudanças históricas no trabalho e na relação dos homens com ele. A visão de Marx é completamente diferente, pois sua oposição se dá entre trabalho desprovido de conteúdo e "trabalho atividade", esse último impregnado de conteúdo e fundamental para o desenvolvimento das individualidades. A realidade atual tem, portanto, uma maior "colagem" com Marx e apresenta grandes desafios para o capitalismo e sua crítica.

  4. O trabalho na sociedade contemporânea: os sentidos atribuídos pelas crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle Regina da Natividade

    2012-08-01

    Full Text Available Para investigar os sentidos que crianças atribuem ao trabalho, de modo a estabelecer relações com seu contexto de vida cotidiano e o mundo do trabalho contemporâneo, realizaram-se entrevistas semiestruturadas, aliadas ao uso do desenho, com sete crianças. As informações foram submetidas à análise de conteúdo. Entre os temas presentes nos relatos estão: atividades ou locais de trabalho, remuneração, relações hierárquicas, amizade, cansaço. Os sentidos do trabalho vinculam-se à realidade cotidiana das crianças e ao discurso capitalista sobre o trabalho. Assim, propõem-se ambientes de discussão sobre o trabalho com as crianças, para que este possa ser significado como relação de dupla transformação entre o homem e a natureza, como condição de humanização, pois o sujeito se constitui por meio do trabalho.

  5. Incumprimento do contrato de trabalho em Portugal

    OpenAIRE

    Ferreira, Bruno Miguel Simões

    2011-01-01

    Mestrado em Direito das Empresas Esta tese tem, como objectivo principal, analisar e caracterizar o conceito de contrato de trabalho e as suas tipologias de incumprimento em Portugal. A metodologia consiste na pesquisa bibliográfica nacionalmente aceite, webgrafia, e recurso a dados do INE, DGSI e DGPJ, de modo a elaborar uma análise quantitativa dos tipos de incumprimento do contrato de trabalho e consequentes litígios jurídico/laborais. As hipóteses são: Existe alguma r...

  6. Cuidadores de idosos: um novo / velho trabalho

    OpenAIRE

    Resende,Márcia Colamarco Ferreira; Dias,Elizabeth Costa

    2008-01-01

    O texto tem como objetivo discutir as repercussões do novo/velho trabalho dos cuidadores de idosos na sua saúde e o suporte que existe atualmente para eles. O estudo se fundamenta na referência do campo temático da Saúde do Trabalhador. Segundo a literatura, a ocupação de cuidador de idosos parece ser uma atividade exercida predominantemente dentro do setor informal de trabalho, por alguém da família e do sexo feminino, e tem trazido conseqüências na qualidade do cuidado ao idoso e na saúde d...

  7. Análise de fatores associados ao significado do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Hideo Kubo

    2012-12-01

    Full Text Available O trabalho tem sido visto não somente como forma de obter a renda, mas também como atividade que proporciona realização pessoal, status social e possibilidade de estabelecer e manter contatos interpessoais, entre outros. Nesta pesquisa, teve-se como objetivo investigar os fatores que influenciam e conferem sentido ao trabalho, como centralidade do trabalho, normas da sociedade e objetivos e resultados valorizados. Na centralidade do trabalho, procurou-se investigar o grau de importância do trabalho dentro do contexto das diversas áreas da vida das pessoas, como família, lazer, religião e vida comunitária. Em normas da sociedade, foram analisados os pontos mais significativos no tocante ao que a sociedade deveria proporcionar ao indivíduo, assim como o que o indivíduo deveria fazer em prol da sociedade. Nos objetivos e resultados valorizados, foi pesquisado o que as pessoas buscam com o trabalho. A partir da pesquisa na literatura, foi elaborado um modelo inicial que, não se mostrando satisfatório segundo critérios estatísticos, foi substituído por outro que apresentou significância estatística e boa aderência aos dados. O modelo escolhido foi o que melhor goodness-of-fit apresentou, quando se utilizou modelagem de equações estruturais pelo método partial least square. O estudo revelou que o significado do trabalho se reflete, na ordem, na centralidade do trabalho, nos objetivos e resultados valorizados e, por último, nas normas sociais.

  8. Assédio moral no trabalho: dilacerando oportunidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdir Machado Valadão Júnior

    Full Text Available O assédio moral é um tema recorrente na literatura de negócios, com perspectivas, embora distintas, convergentes em um aspecto: essa prática deve ser banida das organizações, e, para isso, é necessário compreendê-la em maior profundidade. Nesse sentido, este estudo analisa processos de assédio moral com o objetivo de identificar as divergências e convergências entre as sentenças/processos procedentes verificados na Justiça do Trabalho, bem como analisa os discursos dos autos, das vítimas e dos gestores das organizações responsabilizadas, adotando como referência algumas das categorias de assédio moral. Diferentemente das pesquisas tradicionais, que consideram a perspectiva das vítimas, esta pesquisa vai além ao considerar, também, os gestores das organizações onde ocorreram os casos analisados. A estratégia de pesquisa utilizada é o estudo de caso, a partir da triangulação de dados obtidos com entrevistas com as vítimas e os gestores e análise de documentos. Com esse delineamento, o estudo foi dirigido em duas fases complementares: na primeira realizou-se o mapeamento das ocorrências de assédio moral na Justiça do Trabalho e na segunda analisaram-se dez casos de assédio moral contra mulheres que trabalharam em empresas privadas de grande porte. Os resultados mostram divergências expressivas nas categorias entre a ótica das vítimas e dos gestores Além disso, eles revelam, não apenas nos discursos dos entrevistados, uma miopia em relação às múltiplas causas de assédio moral no mundo do trabalho, mas, também, nos elementos dos processos jurídicos. Com ênfase nos gestores, as contradições e equívocos sobre o tema preocupam, e os álibis naturalizados, em suas expressões e falas, tentam levar a problemática para a margem, utilizando o tom de "brincadeira" e eufemismos.

  9. Estratégias de acesso ao Ensino Superior entre jovens universitários com experiência de trabalho na infância/ Strategies of access to the higher education among young college students with work experience during the childhood

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Abreu Astigarraga

    2010-09-01

    Full Text Available Este artigo aborda o modus operandi de jovens egressos do Ensino Superior, oriundos da zona rural, com experiência de trabalho na infância e que acessaram os cursos elitizados da Universidade Estadual Vale do Acaraú, Sobral, Ceará. A pesquisa autobiográfica dialogada foi relevante, tendo em vista que, em suas histórias de vida, as estratégias pessoais e familiares preponderaram diante do contexto de pobreza, subsistência, desde a infância, no Ensino Fundamental, passando pela adolescência, no Ensino Médio, à juventude, na Universidade. As principais estratégias verificadas em suas narrativas estão relacionadas com o capital social (relações interpessoais, os saberes e os valores transmitidos pela família. Verifica-se a urgência de políticas públicas de inclusão no Ensino Superior, para atender a uma demanda considerável de pessoas que não têm acesso a ela ou a acessam com muitas dificuldades, principalmente na UVA que, por ser universidade de âmbito estadual, não aplica as novas políticas “democráticas” do Ensino Superior, tais como ENEM e PROUNI. Os resultados da pesquisa poderão ser aplicados tanto no âmbito micro quanto no macro. O micro espaço da sala de aula pode sofrer grande influência no processo ensino-aprendizagem, quando se conhecem as estratégias escolares utilizadas pelos alunos. A administração central da universidade, visando ao planejamento estratégico de instâncias administrativas, tais como Pró-Reitoria de Graduação, Assuntos Estudantis, Iniciação Científica e Pesquisa, também poderá beneficiar-se deste estudo para a avaliação institucional. This article deals with the modus operandi of the egressed students of higher education, native from the rural area, with work experience in their childhood and that had access to the best courses at Vale do Acaraú University, Sobral, Ceará. The discussed autobiographical research was relevant bearing in mind that, in their life history

  10. O TRABALHO E A OUTRA CENA: INDAGAÇÕES SOBRE O SOFRIMENTO NO TRABALHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciene Jung Campos

    2016-09-01

    Full Text Available Este ensaio tem por objetivo o diálogo com os conceitos de “força de trabalho” para Marx, “pulsão” para Freud, e “carga psíquica do trabalho” para Dejours. O trabalho não é apenas uma realização pragmática, ele não se deixa apreender na prescrição definitiva de uma técnica, pois está submetido ao movimento errático daquilo que é desejo de outra coisa. O trabalho dispõe uma estética ao trabalhador, mais do que uma identidade. O trabalho é, antes, forma de se inscrever no mundo, delineando uma estilística de existência para o sujeito.  Esta abordagem, de viés psicanalítico e marxista, indaga sobre o sofrimento e o sentido do trabalho. Tem como materialidade o curta-metragem “Veja bem”, com direção e roteiro de Jorge Furtado. No jogo de forças dos conceitos em interface, compreende-se a força de trabalho, energia vital do trabalhador, enquanto um desdobramento da libido, da pulsão de vida. Quando o trabalho não oferece espaço simbólico e o desejo do trabalhador está fora de questão, a dor toma conta da cena, instala-se a carga psíquica do trabalho. Aí cabe ao trabalhador iniciar uma outra tarefa, a qual não é dada a ele.Palavras-chave: Psicologia do trabalho; trabalho e inconsciente; força de trabalho.

  11. Algumas contribuições da psicanalise ao campo do conhecimento da saude mental no trabalho

    OpenAIRE

    Valmir Antonio Zulian de Azevedo

    2003-01-01

    Resumo: Esta tese de doutorado trata-se de um estudo sobre algumas contribuições teóricas e meto do lógicas que a psicanálise nos oferece para o entendimento das inter-relações entre saúde mental e trabalho. Introduziu-se o tema discutindo que o conhecimento teórico e prático de como se maneja os conflitos emocionais em grupos de trabalhadores, os distúrbios psíquicos associados ao trabalho e as situações psico-sociais é mais uma das competências profissionais exigidas do médico do trabalho. ...

  12. Trabalho policial e saúde mental: uma pesquisa junto aos Capitães da Polícia Militar

    OpenAIRE

    Spode,Charlotte Beatriz; Merlo,Álvaro Roberto Crespo

    2006-01-01

    O artigo traz relato de pesquisa na qual foram abordadas as relações entre o trabalho dos Capitães da Polícia Militar e sua saúde mental, a partir dos aspectos deste ofício que geram prazer e sofrimento. Como estratégias metodológicas foram adotados três procedimentos: pesquisa documental, acompanhamento do cotidiano de trabalho e realização de entrevistas. Os resultados apontam que apesar da excessiva carga de trabalho administrativo e dos perigos inerentes à profissão, o prazer no trabalho ...

  13. O preparo para o trabalho de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yone Caldas Silva

    Full Text Available A autora focaliza a importância da preparação psicológica e profissional dos trabalhadores, para enfrentarem os riscos do trabalho, no cenário atual de mudanças nas organizações. Considerando a literatura científica internacional, apresenta dados de sua experiência pessoal. A partir do diagnóstico organizacional, sob a coordenação da Assessoria em Segurança, Saúde e Meio Ambiente, da Refinaria Duque de Caxias, (RJ , da qual era consultora, foi aplicada uma metodologia baseada na autonomia de ação de grupos de empregados, incluindo decisões na aplicação de recursos. Como resultados, são evidenciados a dinamização da estrutura organizacional, mudanças nas condições de trabalho, diminuição significativa nos índices e na gravidade dos acidentes, maior capacitação psicológica e profissional para o trabalho de equipe e o desenvolvimento de aptidão gerencial. Conclui, focalizando o importante papel das instituições vinculadas à segurança, saúde e meio-ambiente, indicando a necessidade de serem implementadas pesquisas de novas metodologias concernentes aos aspectos psicológicos do trabalho.

  14. O racional e o razoável: Aristóteles e o trabalho hoje

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hermano Roberto Thiry-Cherques

    Full Text Available As mudanças por que passam o trabalho e as formas de administrá-lo têm evidenciado um divórcio entre a literatura técnica sobre o tema e a esfera real da economia e das organizações. Neste artigo, procuramos construir uma ponte entre o racionalismo do mundo acadêmico e o realismo do mundo efetivo das organizações, mediante a recuperação de três temas aristotélicos: o da sabedoria prática, o do conhecimento como fonte de poder e o da valorização do propósito do trabalho em detrimento do seu processo.

  15. Mulher, saúde e trabalho no Brasil: desafios para um novo agir

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aquino Estela Maria L. de

    1995-01-01

    Full Text Available Apesar do marcante aumento da participação das mulheres no mercado de trabalho, no Brasil, persiste um desconhecimento generalizado sobre os efeitos do trabalho sobre sua saúde. Neste artigo, em revisão da literatura, pretendeu-se identificar questões teóricas e metodológicas na análise das relações entre trabalho e saúde de mulheres a partir de uma perspectiva de gênero. Assinala-se as características da inserção profissional feminina, decorrentes de seu papel na reprodução social, que resultam na necessidade de estratégias variadas de conciliação entre as atividades profissionais e as domésticas. Discute-se as implicações da inserção social das mulheres trabalhadoras para a sua saúde e a necessidade de repensar criticamente teorias e conceitos, estratégias metodológicas, fontes de informação, para dar conta da complexidade e das especificidades das condições de trabalho e de existência das mulheres. A recente atuação das mulheres sindicalistas na defesa do direito ao corpo, à saúde e à feminilidade no ambiente de trabalho não pode prescindir de um novo olhar, que se produz de modo ainda incipiente no espaço acadêmico, por inspiração do movimento social de mulheres. Nesse sentido, apontam-se os desafios para a produção do conhecimento sobre o tema, que desvendem as singularidades da realidade nacional, caracterizada pelo desemprego, o trabalho informal, os baixos salários, a fragilidade das organizações sindicais e sociais, além de relações tradicionais familiares e matrimoniais.

  16. A organização do trabalho prisional e as vivências de prazer e sofrimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaqueline Oliveira Bagalho

    Full Text Available O trabalho do inspetor penitenciário é marcado por meios de trabalho precarizados, sobrecarga física e mental, convívio com situações de violência e estigmatização social, produzindo efeitos nos processos saúde-doença mental. Visando compreender esses processos, objetivou-se identificar relações entre vivência de sofrimento-prazer dos trabalhadores e organização do trabalho. Baseado na Psicodinâmica do Trabalho realizou-se 19 entrevistas semiestruturadas com inspetores penitenciários do Espírito Santo. Verificou-se que a gestão, baseada em duas formas de contrato e promoção mediante apadrinhamento, fragiliza o coletivo de trabalho e ativa a dessubjetivação, bloqueando a cooperação e o reconhecimento. Defesas como a ideologia defensiva contra o medo são partilhadas, contudo dificultam a atribuição de sentido consensual ao trabalho. Há indícios de que a vivência de prazer é possibilitada pela reapropriação do trabalho e mobilização de estratégias defensivas individuais. Melhorar esse quadro requer legitimar o saber-fazer do trabalhador, garantindo condições idênticas de trabalho a ambos os tipos de contrato.

  17. Contexto de trabalho e custo humano no trabalho em um órgão do poder judiciário brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Sabrina Antloga

    2014-12-01

    Full Text Available Nos últimos anos, visando a garantir a efetividade da justiça, iniciou-se o processo de reforma do judiciário brasileiro. Se, por um lado, as mudanças têm sido significativas e positivas, por outro pouco se sabe dos impactos das transformações sobre o trabalhador. A fim de dar visibilidade aos efeitos destas transformações, com base no referencial teórico da ergonomia da atividade, o objetivo desta pesquisa foi avaliar o Contexto de Trabalho e o Custo Humano no Trabalho em um órgão do Poder Judiciário brasileiro. Utilizaram-se a Escala de Avaliação do Contexto de Trabalho (EACT e a Escala de Custo Humano no Trabalho (ECHT, ambas componentes do Inventário sobre Trabalho e Risco de Adoecimento (ITRA. Participaram deste estudo 383 servidores de diferentes lotações, sendo 58% do sexo feminino, 62,7% com curso de pós-graduação completo, 59,3% casados e 53% com idade entre 21 e 40 anos. Os resultados apontam, na EACT, para avaliações tendendo a críticas nos fatores Organização do Trabalho e Relações Socioprofissionais. No caso da ECHT, os fatores Custo Afetivo e Custo Cognitivo tiveram avaliação de moderada a crítica. A ANOVA evidenciou diferenças de percepções relacionadas a algumas variáveis sociodemográficas.

  18. Atitudes e o prazer/sofrimento no trabalho em saúde mental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Mara Gonçalves

    2016-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: investigar a existência de relação entre os perfis atitudinais e a dinâmica prazer/sofrimento em trabalhadores de Serviços de Saúde Mental. Método: estudo quantitativo, descritivo-analítico, correlacional e transversal, realizado em 2014. Foram utilizados três instrumentos: questionário de caracterização, Escala de Opiniões sobre a Doença Mental e Escala de Indicadores de Prazer e Sofrimento no Trabalho, respondidos por 80 trabalhadores da Rede de Atenção Psicossocial de Alfenas-MG. Resultados: Autoritarismo revelou-se o perfil predominante. Quanto ao prazer/sofrimento no trabalho, a Gratificação foi considerada satisfatória, e os indicadores Liberdade, Desgaste e Insegurança, moderados críticos. Houve correlações positivas entre as atitudes mais favoráveis e os indicadores de prazer no trabalho. Os valores de ambas as escalas mostraram relações com variáveis sociodemográficas e profissionais. Conclusão: as atitudes menos favoráveis são predominantes e, apesar do sofrimento presente, esses profissionais sentem-se gratificados em relação ao trabalho.

  19. Diferenças de gênero e valores relativos ao trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margareth Ribeiro Machado Santos e Silva

    2010-04-01

    Full Text Available Este estudo investiga as diferenças no estabelecimento das prioridades axiológicas laborais e a satisfação das metas motivacionais relacionadas ao trabalho em relação ao gênero. Participaram 178 universitários de diversos cursos que responderam os instrumentos de forma coletiva e presencial em sala de aula. Como medida utilizou-se duas escalas de valores relativos ao trabalho: uma sobre prioridade atribuída a metas motivacionais (alphas entre 0,81 e 0,88 e outra sobre a satisfação de tais metas (alphas entre 0,86 e 0,95. Os dados analisados, utilizando-se da técnica estatística ANOVA, demonstraram que as mulheres priorizam valores laborais de autonomia intelectual e criatividade; e priorizam, mais que os homens, segurança e ordem na vida. Não foram identificadas diferenças significativas entre gênero e satisfação dos valores laborais. Esses resultados são discutidos ressaltando-se a idéia de uma caracterização específica de gênero no mundo do trabalho, possibilitando a convivência com princípios e metas motivacionais paradoxais.

  20. Dominaçao e resistência no trabalho da enfermeira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Maria Nóbrega-Therrien

    2001-09-01

    Full Text Available Este estudo se propõe a investigar as formas de dominação presentes no trabalho cotidiano da enfermeira no hospital e a maneira como esta profissional lida com eles. E ainda, que processos de mediação ocorrem nas relações que produzem enfrentamentos e como elas ajudam na compreensão e transformação do seu próprio trabalho. Utiliza-se de uma metodologia qualitativa que envolve entrevistas em profundidade com 15 enfermeiros e também a análise dos documentos oficiais do COREN e do Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Ceará. O estudo conclui que as formas de dominação não só existem, como contribuem para a reprodução de relações desiguais no trabalho e que essas relações ocorrem entre enfermeira e médico, entre os pares, entre as enfermeiras e os auxiliares de enfermagem. Em resposta a essa situação, a enfermeira vem se utilizando de mecanismos e estratégias de resistência individuais e informais, mas também formais e coletivos, esses últimos com menor freqüência.

  1. A retomada do desenvolvimento e a regulação do mercado do trabalho no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Eduardo de Andrade Baltar

    Full Text Available O artigo estabelece uma relação entre a dinâmica do capitalismo contemporâneo no Brasil e os desafios para a discussão de uma regulação pública do trabalho. O debate no Brasil considera os seguintes aspectos: 1 as mudanças no capitalismo contemporâneo vêm apresentando implicações desfavoráveis à regulação pública do trabalho e à ação coletiva dos trabalhadores; 2 a retomada do crescimento da economia possibilitou redefinir os termos do debate do trabalho no Brasil; 3 a crise atual coloca em discussão a possibilidade de o Estado ter um papel mais ativo no desenvolvimento da economia; 4 as tendências demográficas vêm aumentando o peso da PEA adulta, o que traz implicações para o funcionamento do mercado de trabalho. As posições se localizam entre dois polos: 1 a defesa de uma estruturação do mercado de trabalho com implicações na qualidade das relações sociais; 2 a afirmação dos negócios, que destaca a necessidade de maior flexibilização na contratação, no uso e na remuneração do trabalho.

  2. Dor-desprazer-trabalho docente: como desfazer essa tríade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Elizabeth Barros de Barros

    2007-12-01

    Full Text Available O artigo apresenta a experiência do Programa de Formação e Investigação Sobre a Saúde e o Trabalho (PFST de docentes de escolas públicas, desenvolvido na Universidade Federal do Espírito Santo. Trata da problemática da saúde do conjunto de docentes que trabalham nas escolas públicas do município da Serra/ES, visando a desfazer a tríade dor-desprazer-trabalho docente, vivida de forma naturalizada pelo coletivo de docentes. Pretende avançar na compreensão das relações saúde-trabalho nas escolas e investigar as estratégias utilizadas por esses professores para resistirem às tentativas de desqualificação do trabalho docente. Afirma a possibilidade de se abrirem espaços de discussão no cotidiano dos docentes para que a luta pela saúde se constitua em redes de cooperação entre sujeitos e escolas, inaugurando-se outras formas de atuação desses estabelecimentos. Com esse objetivo, propõe uma metodologia de trabalho que tem se pautado na abordagem ergológica, construída na Universidade de Provença, em AIX/ França.

  3. Trabalho e reconhecimento: tentativa de uma redefinição

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Honneth, Axel

    2008-01-01

    Full Text Available A pergunta que move o presente artigo é: como a categoria trabalho social deveria ser incluída no marco de uma teoria social para que, dentro dela, abra uma perspectiva de melhoria qualitativa que não seja utópica? Para dar conta desse problema complexo, o autor sugere num primeiro passo, mais metodológico, o emprego da distinção entre crítica externa e imanente para o propósito de uma crítica das relações de trabalho existentes. Num segundo passo, o autor procura mostrar que o trabalho social só poderá assumir legitimamente este papel de uma norma imanente se ele for conectado às condições de reconhecimento na moderna troca de realizações (Leistungen. São reconstruídas duas condições a partir de Hegel e de Durkheim: uma organização justa do trabalho social necessita remunerar suficientemente o trabalhador para prover-lhe condições socialmente dignas de sobrevivência e precisa estar estruturado de modo a que suas tarefas permitam ao indivíduo trabalhador perceber nelas uma contribuição para a coletividade e relacioná-la com o restante dos trabalhos socialmente necessários

  4. Trabalho em turnos nas empresas de Botucatu, São Paulo: estudo descritivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Angelo Rosa Martinez

    Full Text Available Em face da inexistência de dados sobre esquema de trabalho em turnos em empresas de Botucatu, solicitaram-se delas informações sobre ramo de atividade, número de funcionários e esquema de trabalho. Às que registraram tal ocorrência, enviou-se um questionário visando à caracterização da forma de organização da jornada de trabalho. Das 66 empresas participantes da pesquisa, 14 referiram a existência de trabalho em turnos, englobando 6.541 funcionários, de um total de 9.502, sendo 2.346 de setores da produção. Nesses setores, os sistemas contínuo alternado e descontínuo permanente predominaram. Em oito empresas os sistemas eram alternados, cinco delas com esquemas apresentando freqüência de revezamento de seis ou mais dias. São descritas outras formas de organização encontradas. Conclui-se que, com o quadro descrito, torna-se possível estudar as relações entre trabalho em turnos, saúde e vida social dos trabalhadores.

  5. Trabalhadores digitais: as novas ocupações no trabalho informacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacob Carlos Lima

    Full Text Available Resumo Este artigo traz uma análise dos trabalhadores da indústria de informática, bem como do trabalho que realizam, o qual denominamos aqui de "trabalho digital". São os trabalhadores de criação ou gestão de tecnologias informacionais, que desenvolvem softwares, aplicativos, jogos computacionais, criam e administram páginas web, analistas de sistemas, gerentes de projetos, consultores de TI, especialistas em bancos de dados, entre outros. O trabalho nesse setor é flexível em sua origem e intelectual por excelência, e integra o debate sobre trabalho imaterial e criativo. Realizamos pesquisa junto a empresas e trabalhadores do setor, buscando recuperar a percepção dos profissionais sobre a diversidade dos vínculos contratuais, as condições de trabalho, suas motivações para a escolha da profissão e seu caráter considerado "criativo" e inovador.

  6. Tramas do cotidiano:: a Psicodinâmica do trabalho em um Conselho Tutelar1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norida Teotônio de Castro

    Full Text Available O trabalho relata uma experiência de Estágio Supervisionado em Psicodinâmica do Trabalho, realizada com cinco integrantes de uma unidade do Conselho Tutelar de uma cidade do sul de Minas Gerais, em 2007. A intervenção objetivou propiciar melhores condições de trabalho às conselheiras e capacitar profissionalmente estudantes do quinto ano de um curso de Psicologia da região. Utilizou-se o método clínico para a compreensão dos eventos em campo: o triângulo da clínica do trabalho orientou o diagnóstico e a condução do processo terapêutico. Realizaram-se 17 encontros semanais, nos quais as conselheiras apresentaram, discutiram e tentaram encontrar soluções para as principais dificuldades individuais e coletivas do trabalho cotidiano. Os principais fatores indicados como fonte de sofrimento foram: as condições da estrutura física do ambiente de trabalho e as interações sociais entre as componentes da própria equipe e com outros agentes sociais. O sofrimento foi relativamente superado por meio de negociações internas e de um pacto coletivo de enfrentamento dos problemas inerentes à condução de casos atendidos e à interação com outros atores sociais. A intervenção contribuiu, sobretudo, com um espaço de relativa confiança, onde as conselheiras puderam se expressar, refletir e buscar soluções individuais e conjuntas para encarar e superar os elementos relacionados à realidade do trabalho.

  7. Trabalho e Moradia na Periferia: para Uma Política Urbana Economicamente Orientada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Corrêa Lago

    2010-05-01

    Full Text Available

    O artigo examina as conexões entre as mudanças no mundo do
    trabalho e a qualidade de vida urbana na metrópole do Rio de Janeiro, buscando
    estender os sentidos do conceito de trabalho precário utilizado em
    análises estruturais de natureza estatística. A dimensão territorial, entendida
    como os lugares e as distâncias na cidade é incorporada como fator determinante
    de bem-estar social e como expressão e instrumento de poder econômico
    e simbólico. O texto conjuga uma leitura estrutural do mercado de
    trabalho metropolitano, privilegiando os municípios periféricos e os trabalhadores
    manuais, com a apreensão de algumas experiências de trabalho no
    setor de confecção de roupas, em bairros operários na periferia. A principal
    conclusão é de que a concentração territorial do setor de confecções e o saber
    acumulado pelas costureiras como trabalhadoras autônomas são dois
    elementos necessários para a ampliação de ações coletivas que disputem e
    redirecionem os recursos públicos para o fortalecimento de experiências autogestionárias
    de trabalho e para a reprodução do trabalhador e sua família.
    Palavras-chave: Território; trabalho precário; trabalho doméstico; autogestão;
    qualidade de vida urbana.

  8. Acidentes de trabalho não fatais: diferenças de gênero e tipo de contrato de trabalho Non-fatal occupational injuries: gender and job contract differences

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Santana

    2003-04-01

    Full Text Available No Brasil, trabalhadores sem vínculo formal de trabalho representam mais da metade da força de trabalho, cuja maioria é composta por mulheres. Neste estudo, estima-se a incidência anual de acidentes ocupacionais não fatais, e a sua distribuição por gênero e tipo de contrato de trabalho, em uma área urbana do Brasil. Dados provêm de um inquérito de base comunitária conduzido com uma amostra aleatória dos habitantes de Salvador, capital do Estado da Bahia. A população deste estudo compreende o total de pessoas entre 18 e 65 anos que referiram trabalho remunerado (n = 2.947. A coleta de dados baseada em entrevistas domiciliares individuais. A incidência anual de acidentes foi estimada em 5,80%, discretamente maior entre os homens (6,05% do que entre as mulheres (5,53%, ou entre trabalhadores sem contrato formal de trabalho (5,92% do que no grupo de comparação (5,67%, diferenças não estatisticamente significantes. A semelhança entre as freqüências de acidentes de trabalho entre mulheres e homens independentemente do tipo de contrato de trabalho apontam para a necessidade de maior atenção a estes eventos no sexo feminino, e entre os trabalhadores informais, amplamente ignorados nas estatísticas oficiais do país.In Brazil, workers without a formal job contract comprise more than half of the labor force, a contingent formed mainly by women. This study presents estimates of the annual incidence of non-fatal work-related injuries and their distribution by gender and type of job contract in an urban area of Brazil. This was a community-based study with a random cluster area sample of the inhabitants from the city of Salvador, capital of the State of Bahia. The study population included all individuals from 18 to 65 years of age who reported having a paid job (n = 2,947. Data were obtained through individual household interviews. The overall estimated annual incidence rate was 5.80%, with a non-statistically significant

  9. Trabalho doméstico: desafios para o trabalho decente Domestic work: challenges for decent work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Sanches

    2009-12-01

    Full Text Available Este artigo apresenta um panorama da situação das trabalhadoras domésticas e traz algumas questões relativas à sua dimensão no mundo e no Brasil, suas condições de trabalho e importância para o funcionamento geral dos mercados de trabalho e dos domicílios. Buscase mostrar a relevância que tem o conceito de trabalho decente, promovido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT, para o trabalho doméstico e a equiparação de seus direitos no trabalho aos do conjunto das trabalhadoras e dos trabalhadores. Ressalta-se a oportunidade da discussão na próxima Conferência Internacional do Trabalho da OIT, em 2010, na qual o tema é ponto de pauta com vistas à elaboração de um instrumento internacional de proteção ao trabalho domésticoThis article presents an overview of the situation of the domestic workers and focuses on some issues related to its dimension in the world and in Brazil, to their conditions of work and its importance to the labor market and to the households. We aim to demonstrate the relevance of the concept of decent work, promoted by ILO - International Labor Organization, for the domestic work and the need to extend their rights to level them with the other workers. It also highlights the opportunity offered by the next International Labor Conference, in 2010, when one of the issues of the agenda is to discuss the crafting and adoption of international labor standards in the form of a specific convention or recommendation

  10. Subjetividade, trabalho e ação Subjectivity, work and action

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christophe Dejours

    2004-12-01

    Full Text Available Este artigo traz algumas questões para o debate sobre as relações entre trabalho e subjetividade. Nessa perspectiva o trabalho é aquilo que implica, do ponto de vista humano, o fato de trabalhar: gestos, saber-fazer, um engajamento do corpo, a mobilização da inteligência, a capacidade de refletir, de interpretar e de reagir às situações; é o poder de sentir, de pensar e de inventar. O real do trabalho sempre se manifesta afetivamente para o sujeito, aí se estabelece uma relação primordial de sofrimento, experimentada pelo sujeito, corporificada. Trabalhar é preencher a lacuna entre o prescrito e o real. Por isto é que uma parte importante do trabalho efetivo permanece na sombra, não podendo, então, ser avaliado. Outra questão abordada é sobre os acordos firmados entre os trabalhadores no seio do coletivo, de uma equipe ou de um ofício, que têm sempre uma vetorização dupla: de uma parte, um objetivo de eficácia e de qualidade do trabalho; de outra parte, um objetivo social. É proposta também uma discussão entre a teoria psicodinâmica do trabalhar, onde a centralidade do trabalho é um dos seus alicerces e a teoria psicanalítica onde esta questão não é abordada diretamente.This paper produces some issues for debate on the relationships between work and subjectivity. Under this perspective, work implies, from a human point of view, the fact of working: gestures, know-how, a commitment of the body, the mobilization of intelligence, the ability to reflect, to interpret and to react to situations; it is the power of feeling, of thinking and of inventing. Actual work is always affectively manifested to the subject, whereby a primordial distress relationship is established, experienced by the subject, embodied. To work is to fill the gap between the prescribed and the real. This is why an important part of the effective work remains in the shade, and cannot, therefore, be assessed. Another question concerns the

  11. Participação no mercado de trabalho e no trabalho doméstico: homens e mulheres têm condições iguais?

    OpenAIRE

    Madalozzo,Regina; Martins,Sergio Ricardo; Shiratori,Ludmila

    2010-01-01

    A participação das mulheres no mercado de trabalho representa um dos pontos centrais da análise econômica sob a ótica feminista. Apesar do aumento da participação das mulheres no mercado de trabalho e da diminuição da diferença salarial média entre os dois gêneros, as mulheres ainda enfrentam uma grande dificuldade de serem remuneradas e promovidas em relação aos homens. Os modelos econômicos competitivos não conseguem explicar essas diferenças sem fazer uso de hipóteses fortes sobre as prefe...

  12. Escala de valores relativos ao trabalho : EVT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Porto Juliana Barreiros

    2003-01-01

    Full Text Available Na literatura internacional são encontradas várias escalas para medir valores relativos ao trabalho, porém a maioria apresenta problemas com relação à definição do conceito ou a falta de integração com os modelos teóricos sobre valores pessoais. No Brasil foram encontrados dois instrumentos, um não foi validado para a população brasileira e o outro foi validado para uma população de baixa escolaridade. Foi objetivo do presente estudo desenvolver e validar uma Escala de Valores relativos ao Trabalho. Para o desenvolvimento da EVT foi realizado um levantamento de instrumentos anteriores e foram entrevistados trabalhadores. Após a análise de juízes e validação semântica, o instrumento foi respondido por 394 pessoas. A análise fatorial apontou para quatro fatores: Realização no trabalho, Relações sociais, Prestígio e Estabilidade. O instrumento após validação é composto por 45 itens. Os resultados corroboraram o modelo teórico previsto e conclui-se que a escala foi devidamente estabelecida e pode ser utilizada para pesquisa e diagnóstico.

  13. DESDOBRAMENTOS JURÍDICOS DA HOMOFOBIA NO TRABALHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Assis Moreira Silva Junior

    2013-10-01

    Full Text Available A diversidade sexual é um desdobramento da diversidade que integra a condição humana, manifestando-se por meio das orientações afetivo-sexuais e das diversas identidades de gênero. O preconceito, a discriminação e a intolerância contra as minorias sexuais continuam marcando presença na sociedade por intermédio da homofobia, inclusive no ambiente de trabalho, em que se materializa, entre outras, na forma do dano moral, do assédio moral e da dispensa discriminatória. Esses atos de violência homofóbica, praticados de forma velada ou declarada, uma vez que contrários ao Direito, devem ser amplamente combatidos. Diante da existência de interesses multifacetados, característica peculiar dessa minoria ou grupo vulnerável, não raro, a tutela jurídica que lhe é dispensada precisa ser distinta, a fim de que haja a satisfação de interesses diferentes. Por ser assim, analisam-se os desdobramentos jurídicos da homofobia na seara juslaboral, bem como os mecanismos de tutela previstos no ordenamento jurídico brasileiro. Para tanto, mostra-se imperioso analisar, primeiramente, quem são as minorias e os grupos vulneráveis, para que se possa identificar corretamente as minorias sexuais e também visitar os conceitos de preconceito, discriminação e intolerância, os quais podem gerar a homofobia. Palavras-chave: Discriminação. Homofobia. Trabalho. Mecanismos de tutela.

  14. Novas aborgagens em segurança do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Itiro Iida

    1991-12-01

    Full Text Available Este artigo faz uma revisão crítica de alguns conceitos tradicionais em segurança do trabalho, entre os quais se incluem a teoria do "dominó" e a personalidade com predisposição para acidentes. Mostra as mudanças de abordagens que começaram a ocorrer a partir da década de 70, devidas principalmente ao melhor conhecimento sobre a natureza do erro humano, à mudança qualitativa ocorrida na natureza do trabalho humano e ao aumento potencial de prejuízos em acidentes graves, sem lalar na maior conscientização da população mundial para esses problemas. O assunto já não é tratado apenas no nível subalterno das empresas, passando a fazer parte da política geral de atuação das mesmas, no nível estratégico, a longo prazo.This paper presents a critical review of some traditional work conditions concepts, emphasing the "domino" theory and the personality with accident predisposition. The paper also shows the changes on the work conditions studies approach that have beginned in the seventies, due mainly to the better knowledge about the character of human fails, to the increased losse caused by severe accidentes and to the great changes occuredin the nature of the human work. The subject - work conditions safety - raises nowadays to a theme treated at the strategic level of the companies, being present among the other subjects assigned to company administration responsability, and also present in companies long term politics formulation.

  15. O contrato-lei no direito do trabalho mexicano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olga Maria Boschi Aguiar de Oliveira

    2003-12-01

    Full Text Available O presente artigo trata da temáticado Contrato-Lei no Direito do trabalhoMexicano, que na doutrina respectiva éconhecido como Contrato Coletivo Obrigatório.Apesar da diferença de nomenclaturaa legislação trabalhista brasileira tambéminseriu este instituto com a denominaçãode convenção coletiva de trabalho. Uma dasdiferenças específicas entre o institutoadotado pelas leis mexicanas e brasileirasdiz respeito a competência do PoderExecutivo Federal no México para promulgaro decreto respectivo. Porém, a distinçãomais importante refere-se à competência doPresidente da República ou os Governadoresdos Estados, no México, para transformaruma convenção coletiva em Contrato-Lei.The present article is about thetheme of the Contract-Law as part of theMexican Labor Law, which is known as aMandatory Collective Contractin therespective doctrine. In spite of the differencein nomenclature, the Brazilian LaborLegislation also refers to this institute as thecollective labor convention. One of the majordifferences between the institute adopted bythe Mexican and the Brazilian Laws consistsof the competence of the Federal ExecutivePower in Mexico to promulgate therespective decree. However, the mostimportant distinction refers to thecompetence of the President of the Republicor the State Governors, in Mexico, to turn acollective convention into a Contract-Law.

  16. Formação e trabalho docente: da crítica ideal à crítica construida

    OpenAIRE

    LIPOVETSKY, Noêmia

    2011-01-01

    A presente tese, vinculada à linha de pesquisa Trabalho, Educação e Movimentos Sociais do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Goiás (UFG), tem o objetivo de investigar a relação operada entre a formação e o trabalho docente, buscando divisar como os alunos do Curso de Pedagogia da Faculdade de Educação (FE / UFG), que já exercem trabalho no campo educativo, compreendem a sociedade atual e nela o papel da educação e do trabalho docente, pela explicitação da capac...

  17. O velho mundo novo do trabalho: concepção e abordagem em Ulrick Beck e Zygmunt Bauman

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Chaves

    2006-01-01

    Full Text Available Este artigo tem por finalidade apresentar considerações delineadas por Beck e Bauman sobre o mundo do trabalho, problematizando as concepções e possibilidades apontadas por ambos. A hipótese de partida centra-se no argumento de que as constantes mudanças percebidas no mundo do trabalho, neste momento, ocorrem em decorrência de processos societais pretéritos e não propriamente em decorrência da vontade dos indivíduos. Entretanto, para se pensar a relação entre o mundo do trabalho e o indivíduo, na pós-modernidade, é imprescindível a leitura histórica dos aspectos sociais, psicológicos e fisiológicos do trabalho.

  18. Saúde, subjetividade e trabalho: o enfoque clínico e de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jussara Cruz de Brito

    Full Text Available Este trabalho visou tratar a relação entre saúde, subjetividade e trabalho a partir das contribuições das Clínicas do Trabalho - a Ergonomia da Atividade, a Clínica da Atividade, a Psicodinâmica do Trabalho - e da perspectiva Ergológica, que se aproximam da linhagem vitalista de Canguilhem, para apreender as relações saúde-trabalho, e do enfoque de gênero, analisado sob a perspectiva da apropriação do tempo de trabalho. Para tanto, recorremos ao levantamento do estado da arte acerca do tema e apresentamos resultados de estudos empíricos ligados a serviços (educação, saúde e telemarketing, inclusive análises decorrentes de investigações por nós realizadas, articulando com essas contribuições teóricas. Estas análises revelaram a importância do reconhecimento social do trabalho cuja natureza tem forte componente simbólico, possibilitando a construção do sentido no trabalho por parte dos sujeitos. As negociações cotidianas de afirmação da vida e, portanto, da saúde são perpassadas por relações sociais de classe e gênero. Os constrangimentos do tempo diferem segundo o gênero, traduzindo-se em diferenças na margem de tolerância ao meio. As contribuições revelaram que o movimento, a dinâmica e a mudança permanente, inerentes à vida (inclusive a de trabalho, são aspectos a serem contemplados nas análises das relações trabalho-saúde.

  19. Do trabalho em geral ao trabalho pedagógico: contribuição ao debate sobre o trabalho pedagógico na Educação Físicadoi: 10.5007/2175-8042.2010v22n35p18

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celi Taffarel

    2010-01-01

    Full Text Available O texto trata do trabalho pedagógico na Educação Física considerando elementos da ontologia do ser social que nos permitem explicar como nos tornamos seres humanos ao longo da história e as características imanentes do trabalho. A pergunta científica diz respeito às possibilidades das mudanças nas tendências imanentes ao processo de trabalho capitalista em geral, em particular do trabalho pedagógico, e em especial, na Educação Física. A hipótese é de que não tem havido mudanças nas tendências imanentes do processo de trabalho capitalista, além das analisadas por Marx, o que nos coloca o desafio histórico de reconhecermos, no trabalho pedagógico, suas possibilidades e tendências, para nelas interferir. O fio condutor da exposição parte do conceito de movimento, matéria, atividade, trabalho e consciência, considerando determinados modos de produção – comunal, asiático, feudal, capitalista –, para chegarmos às possibilidades do trabalho em geral e, em especial, do trabalho pedagógico. Dados empíricos advêm da área da Educação Física e as fontes são as mediações no Curso de Licenciatura em Educação Física da UFBA. As análises realizadas estabelecem relações e nexos entre o movimento mais geral do capital e suas leis e as particularidades do trabalho pedagógico, em especial na Educação Física, indicando a atualidade da defesa do Curso Unificado de Licenciatura Ampliada.

  20. BEM ESTAR NO TRABALHO: um estudo com trabalhadores de uma rede cooperativista de trabalho médico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Nogueira Coelho

    2017-01-01

    Full Text Available Devido ao tempo de permanência diário dos indivíduos no ambiente de trabalho, torna-se relevante buscar a felicidade, bem-estar e qualidade de vida neste ambiente, marcado por pressões empresariais, cumprimento de metas e exigências do mercado. Sendo assim, esta pesquisa pretendeu identificar a percepção do bem-estar no trabalho na ótica dos profissionais da Unidade Médica Beta, e ainda traçar o perfil sócio-demográfico dos respondentes. Este estudo configura-se como de abordagem quantitativa e caráter descritivo. Utilizando-se de uma survey, executada no local da pesquisa, onde se buscou identificar o estado de bem-estar dos colaboradores da Unidade Médica Beta. O método para a coleta de dados foi através de um questionário composto por 2 blocos: i bem-estar no trabalho e ii perfil sócio demográfico. A população alvo desta pesquisa foram os colaboradores da empresa, dos quais, 65 participaram da pesquisa configurando-se a amostra do estudo. Adotaram-se técnicas estatísticas que foram estabelecidas a partir da formação adequada do instrumento. Utilizaram-se análises estatísticas através do uso do software SPSS versão 20.0, incluindo as seguintes técnicas: Estatística Descritiva e Alpha de Cronbach. Os colaboradores da Unidade Médica Beta se encontram satisfeitos e comprometidos com o seu trabalho, o qual envolve fatores como o grau de felicidade entre os colegas de trabalho e as emoções relativas ao relacionamento com a empresa (SIQUEIRA, 2008. Já, no que diz respeito ao envolvimento do colaborador, observa-se que estes não estão altamente envolvidos, o que tem relação com o grau de identificação com as tarefas executadas.   Because of the time of daily stay of individuals in the workplace, it is crucial to pursue happiness, well-being and quality of life in this environment, marked by business pressures, meeting goals and requirements in general. Thus, this research aimed to identify the perception of

  1. O trabalho na África subsariana

    OpenAIRE

    Carneiro, Emmanuel Moreira

    2008-01-01

    A natureza do trabalho e do mercado de emprego na África subsariana está intrinsecamente ligado ao tipo de produção material dominante, à natureza das relações de produção estabelecidas, bem como ao inerente sistema de formação e distribuição do rendimento. É ainda profundamente condicionada pela evolução do processo de estruturação mundial do capitalismo, o qual se traduz, na fase actual, pelo que se convencionou designar mundialização e globalização.

  2. Flexibilidade e mercado de trabalho em Portugal

    OpenAIRE

    Centeno, Mário; Novo, Álvaro

    2008-01-01

    A era de rápida evolução tecnológica em que vivemos, associada em particular ao desenvolvimento de tecnologias de informação, coloca às economias novos desafios, mas também novas oportunidades, abrindo à concorrência mercados anteriormente fechados. Neste ambiente mais competitivo, não é estranho que o apelo a uma maior flexibilidade do emprego tenha ganho proeminência na discussão político-económica da organização do mercado de trabalho.

  3. Avaliação dos fatores de risco laborais e físicos para doenças cardiovasculares em motoristas de transporte urbano de ônibus em Montes Claros (MG Evaluation of labor-related and physical risk factors for cardiovascular disease in drivers of urban transport buses in Montes Claros in the state of Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréia Farias Alquimim

    2012-08-01

    Full Text Available Este estudo buscou avaliar os fatores de risco para doenças cardiovasculares em motoristas de ônibus em Montes Claros (MG. Foi empregado um questionário semiestruturado abordando dados pessoais, antropométricos, profissionais e laborais; e outro referente ao grau de estresse. Foram pesquisados 53 motoristas de ônibus e a média de idade foi de 30 a 39 anos, e dessa população, 81,1% diziam não ser fumantes, 58% não consumiam bebida alcoólica e 50% praticavam algum tipo de exercício. Na avaliação do IMC 40 motoristas (75,4% estavam com excesso de peso. A prevalência dos hábitos alimentares foi de excesso consumo de açúcar (66,0%, de gordura (64,2%, de café (69,8%, de sal (60,4%, de Coca Cola (64,2% e de refrigerante (54,7%. Dentre os relatos de doenças crônicas não foram observados motoristas diabéticos (98,1% e nem hipertensos (94,3%. A maioria da amostragem, 69,7% teve nível de estresse normal. Em relação aos dados laboratoriais, a grande maioria dos motoristas apresentou hipertrigliceridemia e hipercolesterolemia. Os níveis de HDL estavam satisfatórios, e o de LDL apresentou nível normal e desejável em mais da metade da amostra. A prevalência para doença cardiovascular mostrou-se baixa.The scope of this study was to evaluate risk factors for cardiovascular disease among bus drivers in Montes Claros in the state of Minas Gerais. A semi-structured questionnaire covering personal, anthropometric, professional and labor-related data was used, in addition to a questionnaire on the level of stress. 53 bus drivers were surveyed and the average age was 30 to 39 years of age. 81.1% were non-smokers; 58% of the sample were teetotalers; and 50% took regular exercise. In the assessment of BMI, 40 drivers (75.4% were overweight. The prevalence in eating habits revealed excess consumption of sugar (66.0%, fat (64.2%, coffee (69.8%, salt (60.4%, coca cola (64.2% and soft drinks (54.7%. Among reports of chronic diseases, no

  4. Tutoria entre estudantes: uma proposta de trabalho que prioriza a aprendizagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lourdes Maria Bragagnolo Frison

    2012-01-01

    Full Text Available This article aims at analyzing tutoring, a teaching style used to enhance collaborative learning, performed through the collaboration among students. The historical development of conceptual aspects was explored and the study of tutoring on current days was established as the point of reference. Based on such theoretical support, a work of tutoring among peers was conducted with Pedagogy students of a public university. The activity was evaluated by means of a tool aiming at determining the importance of this strategy for students' performance. The analysis of the results highlighted that the work was productive. The collected data confirmed that this teaching style provided collaborative, active, interactive, mediated and self-regulated learning.

  5. Antecedentes e Consequências dos Conflitos entre Trabalho e Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcia Barbosa de Oliveira

    2013-07-01

    Full Text Available The work-family interface has attracted the attention of researchers over the past three decades (Greenhaus, 2008. Changes in the world of work and a growing concern about the balance between personal and professional lives have contributed to increased interest in the topic. Drawing on a sample of 296 workers with higher education, hypotheses were tested based on the model proposed by Anderson, Coffey and Byerly (2002. First, we evaluated the impact organizational policies (schedule flexibility and dependent care benefits andinformal practices (manager support and perceived career consequences have on the work-to-family conflict (WFC and family-to-work conflict (FWC. We also tested hypotheses concerning the consequences of these conflicts, specifically job satisfaction, turnover intentions, stress and absenteeism. The results indicated that manager support helps reduce WFC, whereas perceived career consequences tend to promote it. Regarding the consequences of such conflicts, we found significant impacts on job satisfaction, stress and turnover intentions, but not on absenteeism

  6. ATIVIDADE HUMANA: COMPREENDENDO A TRAJETÓRIA DO TRABALHO NA CONTEMPORANEIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olivia Lima Guerreiro de Alencar

    2012-01-01

    Full Text Available Tendo por objetivo estabelecer articulações com os emergentes modelos das relações entre sujeito e trabalho, de forma especial no contexto brasileiro, o presente artigo compõe uma reflexão teórica onde são desenvolvidas algumas correlações conceituais de autores clássicos como Hegel, Marx, Vygotsky e Leontiev e autores mais contemporâneos que transitam na área das ciências sociais e psicologia como Codo, Antunes, Aquino. Subsidiando uma análise mais pragmática dessa vinculação entre sujeito, atividade e trabalho na contemporaneidade, toma-se o referente das políticas públicas fomentadoras do empreendedorismo, através das recentes leis brasileiras de apoio ao empreendedor individual, e as contribuições da Psicologia Social do Trabalho para aprofundar os paradoxos e possibilidades da transformação do território laboral.

  7. Trabalho docente nas universidades federais: tensões e contradições

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Lemos

    Full Text Available Este artigo analisa o trabalho docente nas Universidades Federais, em especial na Universidade Federal da Bahia, entre 2005 e 2008, a partir do fenômeno da precarização social do trabalho e da consequente alienação do trabalhador, baseando-se nos resultados de pesquisa de doutorado realizada na UFBA. Descreve as dimensões fundamentais desse processo: a multiplicidade de tarefas, a captação de recursos internos e externos para a pesquisa, as contradições entre a formação e as demandas do sistema universitário, a sobrecarga de trabalho e suas consequências, como ausência do lazer, perda de controle sobre o projeto acadêmico e adoecimento. Conclui que a principal contradição vivida pelo docente é a de que a autonomia percebida por ele não é a exercida, uma vez que está submetido a diversos controles internos e externos do sistema meritocrático, cujas exigências ultrapassam a capacidade física e psíquica do professor para responder adequadamente. Entretanto, compreender o processo de alienação é a base para a transformação e emancipação daqueles que possuem o papel fundamental de desenvolver as capacidades do outro.

  8. O TRABALHO E A DINÂMICA TERRITORIAL DO CAPITAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Dornelis Carvalhal

    2012-07-01

    Full Text Available Nos últimos anos há um incremento considerável no emprego industrial em Marechal Cândido Rondon, saltando de 681 empregos formais em 1995 para 2.478 empregos em 2004. Tal crescimento do emprego industrial pode ser compreendido pelo processo da divisão territorial do trabalho, com especializações produtivas em locais determinados, como parecem indicar o número de empregos criados na indústria alimentícia. As determinações podem estar no âmbito das políticas públicas de desenvolvimento local ou decorrentes das estratégias empresariais, de qualquer modo uma determinação não exclui a outra, havendo interação entre as necessidades capitalistas e a gestão territorial pelo Estado. A expansão industrial como expressão mais evidente da própria expansão capitalista promove um conjunto de transformações nos lugares em que ocorre.

  9. Subjetividade e materialidade: cidade, espaço e trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Luísa Magalhães Nogueira

    2009-04-01

    Full Text Available Discutimos, no presente texto, a relação estabelecida entre a categoria espaço (considerado socio-historicamente e a dimensão subjetiva dos diversos atores sociais que dele, necessariamente, se apropriam. Partindo da cidade, objeto privilegiado de nossa análise, buscamos, além de uma breve discussão sobre alteridade, indicar a articulação do espaço com a formação e consolidação de identidades. Para a discussão deste processo, tomamos, especialmente, a centralidade do trabalho nos novos arranjos urbanos. Entendemos que é de suma importância a reflexão sobre a relação espaço/subjetividade. A partir de uma ótica transdisciplinar, buscamos destacar, na cidade moderna, a questão da segregação e seu impacto subjetivo.

  10. EXPERIÊNCIAS SOCIAIS QUANDO “AMOR ESTÁ NO AR”: PRAZER E CONTROLE NO AMBIENTE DE TRABALHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cintia Rodrigues de Oliveira Medeiros

    2015-08-01

    Full Text Available De modo geral, do ambiente de trabalho emanam sentimentos e emoções entre pessoas que têm interesses e preocupações comuns ou afins, e que convivem juntos por um período de tempo relativamente longo, criando laços afetivos. Neste estudo, apresentamos uma pesquisa sobre romance no trabalho, com o objetivo de explorar as experiências de relações amorosas no ambiente de trabalho, a partir da manifestação de internautas sobre o assunto. Para conduzir este estudo, utilizamos a pesquisa qualitativa como método de abordagem e a netnografia como estratégia de coleta de dados. Como resultados, identificamos seis experiências das relações amorosas no ambiente de trabalho: vale das emoções, equilíbrio entre o prazer e o dever, união da família, sedução, arena e razão. Ainda, a pesquisa aponta que o romance no trabalho pode ser tanto uma forma de prazer dos empregados bem como uma forma de controle gerencial.

  11. Rupturas na rede urbana e faces do mercado de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Elias

    2012-07-01

    Full Text Available A mundialização do capital é um grande propulsor de divisão do trabalho. Ao potencializar as condições gerais de produção nas diversas escalas, agrega inúmeros novos espaços para a circulação e produção de bens. Isso repercute territorialmente numa desconcentração da produção, reafirmando cada vez mais a necessidade da divisão técnica e territorial do trabalho, bem como de uma nova maneira de organizá-lo, tendo em vista o fomento da produtividade. A reestruturação dos processos produtivos desencadeia mudanças diversas tanto na reprodução social como na organização do espaço geográfico. No Brasil, especialmente desde a década de 1980, muitos lugares tornam-se atrativos à produção moderna e são incorporados aos circuitos produtivos globalizados de empresas nacionais e multinacionais de diferentes ramos da economia. Entre os resultados, teríamos reestruturações econômicas e territoriais de várias naturezas e magnitudes, imprimindo novas características à rede urbana. No presente artigo temos como objetivo apresentar, a luz da conjuntura atual, alguns dos rebatimentos de tais processos materializados numa cidade de porte médio e respectiva região localizada no semiárido brasileiro. O destaque será dado à conformação da divisão técnica e territorial do trabalho, a partir de dados do mercado de trabalho formal. Abstract RUPTURES AT THE URBAN NETWORK AND FACES OF THE LABOR MARKET The Globalization of the capital is one of the greatest agents propelling the work division. By augmenting the general conditions of production in the diverse scales, it aggregates several new spaces to the circulation and production of goods. This reverberates territorially in the de-concentration of production, reaffirming more and more the need of a technical and territorial of work, as well as a new way of work organization, having in mind the encouragement of productivity. The restructuring of the productive processes

  12. Debates sobre a centralidade do trabalho e a participação na informalidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Breno Bittencourt Santos

    2011-09-01

    Full Text Available Tradicionalmente, relaciona-se o trabalho, ou a ausência deste, com a posição que os indivíduos ocupam no sistema de estratificação social, fazendo com que a posição social dos indivíduos seja determinada em função de sua posição profissional. Neste contexto de mudanças do mundo do trabalho, o chamado terceiro setor da economia, que compreende principalmente o setor de serviços, passou a tornar-se uma categoria analítica privilegiada de análise, fazendo com que autores como Cacciamali (2000, Dedecca (1997, Barbosa (2008, Borges (2007, Druck (2007, entre outros, debrucem-se sobre as novas (e precárias formas de trabalho na contemporaneidade para analisar como o trabalho vem a abandonar o seu formato clássico para existir sob novas formas, muito embora permanecendo como elemento central da organização social.

  13. Uso de psicotropicos pelo enfermeiro: sua relação com o trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graziela Clementina Galvani Vieira

    2016-09-01

    Full Text Available O processo de trabalho da enfermagem é complexo e envolve o bem-estar físico e mental, como também a promoção, manutenção e prevenção a saúde integral dos profissionais de enfermagem. Objetivo: identificar entre os profissionais enfermeiros se fazem uso de medicação psicoativa, sobre a sobrecarga de trabalho e o conhecimento que estes profissionais possuem em relação aos fatores de risco que estão expostos no ambiente de trabalho. Método: trata-se de uma pesquisa qualitativa do tipo descritivo-exploratória, realizada em um Hospital Filantrópico na cidade de Campo Mourão, Paraná. Participaram da pesquisa 17 enfermeiros (as. Resultados e considerações finais: o estudo aponta que os enfermeiros fazem uso de medicação psicoativa por se encontrarem no limite com sua saúde física e psíquica, devido à demanda de trabalho e fatores de risco que se expõem em suas atividades laborais. Os enfermeiros passam por níveis de estresse elevados o que os condicionam ao uso de medicações, algumas vezes sem orientação médica, levando a uma qualidade de vida prejudicada.

  14. Prazer e sofrimento no trabalho das agentes de segurança penitenciária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubia Minuzzi Tschiedel

    2013-09-01

    Full Text Available Com o intuito de conhecer o trabalho no sistema prisional gaúcho e as implicações deste na saúde mental das agentes de segurança penitenciária, realizou-se um estudo qualitativo com o objetivo de identificar os aspectos da organização do trabalho que produzem prazer e sofrimento no trabalho das agentes de segurança penitenciária e descrever as estratégias defensivas utilizadas por estas trabalhadoras no seu cotidiano laboral. Para a coleta de dados foi utilizada uma entrevista semiestruturada que reuniu oito participantes. Entre os resultados, os achados apontam que cumprir com obrigações, ter gratificação salarial e estabilidade no emprego como vivências de prazer, e a precariedade das condições de trabalho como elemento provocador de sofrimento. As estratégias defensivas que mais se evidenciaram foram a negação e a racionalização. Conclui-se que as profissionais estudadas tentam encontrar caminhos para a manutenção da saúde, ao utilizarem mecanismos que favorecem o enfrentamento do sofrimento e a busca do prazer.

  15. Percepções de crianças e adolescentes sobre seu trabalho informa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marília Batarra Lima

    2011-04-01

    Full Text Available A pesquisa foi realizada em uma cidade do interior de São Paulo, cuja principal atividade econômica é a produção de calçados masculinos. Teve como objetivo investigar a realidade e o sentido do trabalho para crianças e adolescentes que trabalham no setor informal com a costura manual do sapato, e a relação trabalho-escola. Participaram da pesquisa dez sujeitos com idade entre 6 e 16 anos, moradores de um bairro periférico. Para a investigação e compreensão dos dados, foram utilizadas, numa abordagem etnográfica, a observação participante e entrevista semiestruturada. Na análise dos dados, foi utilizada a análise temática de conteúdo. No contexto pesquisado, as crianças e adolescentes dizem trabalhar para ajudar os pais e adquirir bens materiais. E que o trabalho que executam não gera prejuízos no rendimento escolar. O estilo de relação parental parece ser um componente fundamental quanto aos possíveis prejuízos causados pelo trabalho infantil no contexto doméstico.

  16. Experiências alternativas resgatando saberes para os processos de trabalho em saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Karla Sousa de Oliveira

    2012-08-01

    Full Text Available O presente trabalho trata-se de um estudo descritivo de abordagem qualitativa, que objetivou compreender o processo de trabalho de enfermeiros e médicos da Estratégia Saúde da Família (ESF, do município de João Pessoa-PB, e identificar as estratégias e táticas alternativas desenvolvidas. O material foi analisado por meio da técnica de análise de discurso. Evidenciou-se a desarticulação entre os elementos do processo de trabalho aliada à possibilidade de transformação pela superação da invisibilidade dos sujeitos e seus saberes nos serviços de saúde. Conclui-se que as estratégias e táticas alternativas visualizadas constituem embrião para transformação dos processos de trabalho e superação dos modelos de atenção à saúde hegemônicos, demandando problematização contínua de concepções e práticas.

  17. Acidentes de trabalho em Barcelona (Espanha, no período de 1992-1993

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana F. Sampaio

    1998-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As estatísticas dos acidentes de trabalho, como qualquer outro sistema de notificação, devem servir de base para determinar prioridades e decidir quais medidas preventivas devem ser adotadas. Neste contexto, o objetivo do estudo é aprofundar a análise dos acidentes de trabalho através da utilização de técnicas estatísticas descritivas que permitam estabelecer a relação entre o número de acidentes de trabalho ocorridos em Barcelona (Espanha e as variáveis tipo de acidente, setor econômico, tamanho da empresa e tipo de contrato. MÉTODO: Como fonte de dados foi utilizado o sistema de notificação de acidentes graves e mortais ocorridos na cidade de Barcelona (Espanha, entre 1992 e 1993. Foram examinados 848 registros de acidentes de trabalho em trabalhadores do sexo masculino e a partir desses dados efetuou-se uma análise mediante modelos log-lineares. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Os resultados evidenciam que os acidentes traumáticos e o setor de construção têm uma associação positiva, verificada, da mesma forma, entre os acidentes de trânsito e o setor de serviços. Os acidentes traumáticos e de trânsito apresentaram uma associação com as pequenas empresas e os acidentes não traumáticos demonstraram associar-se com as grandes empresas. Verificou-se, ainda, associação entre os trabalhadores temporais e o setor da construção frente aos trabalhadores com contrato fixo, em que se constatou uma associação com os setores de indústria e de serviços. Foi verificada associação positiva entre os acidentes ocorridos com os trabalhadores temporais e as pequenas e médias empresas.

  18. TRABALHO E SER SOCIAL: UMA REFLEXÃO ONTOLÓGICA DO TRABALHO NA RELAÇÃO HOMEM X NATUREZA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Karina da Silva Alves

    2017-03-01

    Full Text Available O artigo tem por objetivo apresentar elementos para a compreensão do caráter ontológico do trabalho na relação homem x natureza. O aporte teórico utilizado compreende a ontologia marxiana, estudos de autores clássicos do campo, a exemplo de George Lukács, ao recuperar o legado de Marx, contemplando ainda as ideias de István Mészáros e de autores contemporâneos que tratam apropriadamente desse referencial, como Sérgio Lessa e Ivo Tonet. Serão apresentados aspectos importantes da ontologia do ser social, com o objetivo de trazer para o centro o debate sobre a análise marxiana do trabalho, buscando entendê-lo  como  intercâmbio  entre  o  homem  e  a  natureza,  protoforma  da atividade humana, um processo no qual o homem transforma a natureza e, ao mesmo tempo, se transforma ao explorar suas capacidades físicas e intelectuais. A partir do trabalho, ato gênese do ser social, o homem utiliza os recursos da natureza, atendendo necessidades e abrindo novas possibilidades para a vida humana.

  19. Olhar de dirigentes sindicais sobre qualidade de vida no trabalho e mal-estar no trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Remigio Todeschini

    2013-06-01

    Full Text Available O objeto do artigo consistiu em conhecer as percepções de dirigentes sindicais metalúrgicos e químicos sobre o tema Qualidade de Vida no Trabalho (QVT e as fontes de mal-estar no trabalho nessas categorias profissionais. A natureza metodológica aplicada foi quantitativa e qualitativa com utilização do software Alceste. Participaram da pesquisa 81 dirigentes sindicais brasileiros (56 dirigentes químicos e 25 metalúrgicos, 85% do gênero masculino e 15% do gênero feminino oriundos das regiões sudeste, sul e nordeste do país, com aplicação do questionário via e-mail. Os resultados encontrados forneceram bases empíricas para a formulação de recomendações em Ergonomia da Atividade visando prevenir as fontes de mal-estar no trabalho. Foram reforçadas as bases teóricas da Abordagem de Ergonomia da Atividade Aplicada à Qualidade de Vida no Trabalho (EAA_QVT e o desenho de subsídios para a formulação de políticas públicas neste campo.

  20. Memória de trabalho e atenção dividida : um estudo do processamento de frases

    OpenAIRE

    Moreira, Eduardo Antonio

    2007-01-01

    O presente estudo teve como objetivo analisar o papel da atenção no processamento de frases à luz do conceito de Memória de Trabalho e do paradigma do Efeito Hebb. Buscouse verificar se existiam diferenças significativas entre provas de recordação imediata serial quando da presença ou não de uma tarefa concorrente atencional. A hipótese de trabalho foi que a atenção atuaria de maneira diferenciada no processamento das frases quando estas possuíam ou não relação de significado e...

  1. Aspectos sociodemográficos e de saúde associados ao trabalho remunerado em adultos (50-69 anos na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Menezes Sabino de Castro

    2015-08-01

    Full Text Available Foram examinados os fatores associados ao trabalho remunerado em uma amostra probabilística de 3.320 indivíduos (50-69 anos de idade, residentes na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. A prevalência do trabalho remunerado foi de 62,8% entre homens e 35,8% entre mulheres. Em ambos os gêneros, o trabalho remunerado apresentou associação positiva com o nível de escolaridade e negativa com a autoavaliação da saúde. A propensão de ter trabalho remunerado foi maior entre mulheres sem cônjuge e aquelas que conheciam alguém que havia sido discriminado no ambiente de trabalho. Entre os homens, a prevalência do trabalho remunerado caiu de 67,2%, entre aqueles com ≥ 8 anos de escolaridade e que avaliaram melhor a sua saúde, para 37,8% entre aqueles com escolaridade mais baixa e que avaliaram a sua saúde como ruim (RP = 0,56; IC95%: 0,37-0,87. Entre as mulheres, a prevalência correspondente caiu de 42,1% para 3,6% (RP = 0,09; IC95%: 0,03-0,26. A propensão de ter trabalho remunerado entre mulheres com baixa escolaridade e pior avaliação da saúde foi dez vezes menor do que entre seus equivalentes homens.

  2. Elementos para uma nova cultura em segurança e saúde no trabalho

    OpenAIRE

    Mendes,Jussara Maria Rosa; Wünsch,Dolores Sanches

    2007-01-01

    Este artigo propõe-se a discutir o cenário contemporâneo das relações entre saúde e trabalho, apontando alguns elementos que possam contribuir para o debate sobre o tema, na perspectiva de alcançar uma nova cultura em segurança e saúde no trabalho. Evidencia-se que a predominância do viés prevencionista nesta área, que se consolidou ao longo dos anos, é resultado de um modelo hegemônico centrado no biológico e no indivíduo. A construção de práticas voltadas para a atenção à saúde do trabalhad...

  3. Cochilos durante o trabalho noturno em equipes de enfermagem: possíveis benefícios à saúde dos trabalhadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Silva-Costa

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivo: Caracterizar o cochilo durante plantões noturnos em termos da duração, eficiência, alocação e qualidade entre trabalhadores de enfermagem. Estudo transversal realizado em 2009. Trabalhadoras, que atuavam há mais de um ano em plantões noturnos e, que não referiram queixas de sono utilizaram instrumento de registro de atividade-repouso (actímetro e preencheram protocolo de atividades e questionário (n = 49. Resultados: 87% das participantes cochilaram todas as noites de trabalho, com duração média de 136 (DP = 39,8 minutos. Maior duração do cochilo foi encontrada entre as que cochilaram entre 00h00min-03h00min, quando comparadas àquelas que cochilaram entre 03h00min-06h00min. A eficiência do sono no trabalho foi semelhante a do sono noturno em casa na folga. Conclusão: A eficiência dos cochilos no trabalho semelhante ao sono noturno em casa sugere efeito benéfico do cochilo. Discussões sobre a gestão da força de trabalho nos horários noturnos devem considerar não só aspectos da organização do trabalho, mas também da fisiologia humana.

  4. Subjetividade e segurança do trabalho: a experiência de um grupo de mútua ajuda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilbert Cardoso Bouyer

    2010-01-01

    Full Text Available Este trabalho investigou a relação entre subjetividade e segurança do trabalho no setor de manutenção de uma empresa demineração de grande porte. Verificou que a experiência com um grupo de mútua ajuda pode ser usada como instrumento demelhoria da segurança do trabalho. Foi estudado um grupo de mútua ajuda denominado Programa Hoje Não, composto por35 trabalhadores do setor de manutenção. Os métodos empregados foram entrevistas conforme os modelos da psicodinâmicado trabalho e da psicossociologia, além da clínica do trabalho e da análise ergonômica do trabalho. Com as técnicas do ProgramaHoje Não, aplicadas no grupo, o número de acidentes foi reduzido até atingir valores nunca alcançados em 11 anos.

  5. Trabalho, educação e família: questões e direitos femininos em debate na Constituinte de 1934

    OpenAIRE

    Moronari, Denilma Garcia

    2006-01-01

    O objetivo deste trabalho é refletir sobre as relações entre as questões femininas relacionadas ao mundo do trabalho na esfera pública e o formato e o timing das políticas de proteção social trabalhista e previdenciária no Brasil. Especificamente, busco compreender o lugar do trabalho feminino na legislação social e trabalhista dos anos 30 no âmbito do debate da Constituinte de 1934. Procurou-se contextualizar como foram historicamente construídos e legitimados os padrões de proteção trabalhi...

  6. Condições adversas de trabalho e doença mental em abatedouros de aves no sul do Brasil

    OpenAIRE

    Hutz, Claudio Simon; Zanon, Cristian; Brum Neto, Hermindo

    2013-01-01

    A doença mental é uma das causas atribuídas ao grande número de ausências no trabalho devido à incapacidade no Brasil. Recentemente, os transtornos mentais foram incluídos na lista de doenças profi ssionais do International Labour Offi ce (Departamento Internacional do Trabalho). Apesar da difi culdade em atribuir um nexo de causalidade entre o ambiente de trabalho inadequado e a doença mental, estudos têm mostrado que trabalhadores expostos à altos níveis de estresse são mais suscetíveis a a...

  7. Perspectivas do trabalho feminino na pesca artesanal: particularidades da comunidade Ilha do Beto, Sergipe, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mary Lourdes Santana Martins

    Full Text Available Resumo A participação feminina na atividade pesqueira representa uma alternativa de subsistência, fonte de trabalho e renda para inúmeras famílias em todo o país. Todavia, a atuação da mulher neste universo ocorre, com algumas exceções, num contexto de invisibilidade e desvalorização do seu trabalho, entendido, muitas vezes, como extensão das tarefas domésticas, e não como pesca propriamente. Contrariando este contexto, destaca-se um grupo de pescadoras da comunidade Ilha do Beto, localizada no município de Itaporanga D’Ajuda, Sergipe, Brasil. O presente trabalho é um estudo de caso e tem por finalidade revelar as distintas atribuições dessas mulheres e as características de sua atuação na pesca artesanal. Para alcançar o objetivo proposto, a metodologia utilizada fundamenta-se na abordagem qualitativa. Foram também adicionados à estrutura metodológica pressupostos da história oral e aspectos da abordagem etnográfica. A elaboração deste estudo permitiu apreender que o papel desempenhado por essas pescadoras na aludida comunidade assume uma conotação diferenciada, uma vez que a importância do seu trabalho é reconhecida e assumida por elas. Ademais, foram observadas outras surpreendentes características peculiares ao grupo, tais como dependência masculina em relação à mulher para realização da atividade pesqueira; inexistência de atribuições ocupacionais distintas entre os gêneros, constatadas a partir da presença da mulher nas embarcações, desempenhando funções também no mar, entre outras.

  8. Como conhecer o trabalho quando o trabalho não é mais o trabalho? How to recognize work when is not work anymore?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Abdallah Nouroudine

    2011-01-01

    Full Text Available Como conhecer o trabalho quando o trabalho não é mais o trabalho? Esta pergunta comporta dois aspectos: o primeiro é de ordem metodológica (como conhecer o trabalho?. O segundo diz respeito a este objeto hipotético que seria 'o trabalho que não é mais o trabalho'. Se este último designa o trabalho não mercantil e o trabalho informal por distinção (ou oposição ao trabalho mercantil, então o 'trabalho que não é mais o trabalho' continua sendo, na realidade, um trabalho. Todavia, ele é diferente do trabalho mercantil, que, de acordo com uma postura etnocêntrica, supostamente constitui uma referência para a avaliação da natureza das atividades humanas. Mas, qualquer que seja o modo de trabalho dominante num coletivo de vida, uma análise da norma na atividade dita informal, do duplo ponto de vista do conceito e da experiência, permite sugerir que uma atividade humana socializada não pode ser verdadeiramente informal. Algumas balizas metodológicas permitem tentar compreender as atividades supostamente informais, chamando a atenção para os princípios epistemológicos da ergonomia e da ergologia.How to recognize work when is not work anymore? This question entails two aspects: the first one is a question of method (how to recognize work?. The second one is about this hypothetical subject that is 'work when it is not work anymore?'. If we talk about non-profit and informal work opposed to 'standard' work, then 'work that is not work anymore' is actually still work. Although, from an ethnocentric point of view, it is different from 'standard' work, which is supposed to be a reference in order to identify the nature of human activities. However, when analyzing the norm in informal activities, whatever the prevailing kind of work in a society, and from a conceptual as well as from a practical point of view, allows us to consider that a social human activity cannot be informal. A few methodological points will help us to

  9. Excesso de peso e ambiente de trabalho no setor público municipal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Pinheiro de FREITAS

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Identificar se características sociodemográficas, hábitos alimentares, situação de saúde e condições de trabalho estão relacionadas ao excesso de peso em servidores e empregados públicos municipais. Métodos: Inquérito epidemiológico eletrônico (online com servidores do município de Belo Horizonte, Minas Gerais, de setembro a dezembro de 2009. Investigaram-se informações sociodemográficas, de saúde, hábitos relacionados à alimentação e nutrição e informações sobre condições e ambiente de trabalho. Foi realizada análise de Regressão de Poisson (p<0,05, ajustada por sexo, idade e tempo do funcionário na função. Resultados: Um total de 44,4% dos participantes (n=4.893 apresentou sobrepeso, que prevaleceu em mulheres (p<0,001 e pessoas com maior mediana de idade (p<0,001, com filhos (p<0,001, casadas ou em união estável (p=0,002, e com menor nível educacional (p<0,001 e status ocupacional (p<0,001, determinados pelo International Socio-Economic Index. A regressão de Poisson encontrou associação entre sobrepeso e auto-relato de diabetes mellitus (RP=1,15; IC95%=1,03-1,27, hipercolesterolemia (RP=1,24; IC95%=1,15-1,32, hipertensão arterial (RP=1,47; IC95%=1,37-1,58, autoavaliação de saúde (RP=1,20; IC95%=1,12-1,29, cozinhar habitualmente (RP=1,11; IC95%CI=1,04-1,20, consumir carne com gordura aparente (RP=1,16; IC95%=1,08-1,24, e frequentemente não pausar durante o trabalho (RP=1,10; IC95%=1,03-1,18. Conclusão: A relação entre ambiente de trabalho e excesso de peso, evidenciada pela associação com a privação de pausa no trabalho, denota a necessidade de medidas preventivas específicas que considerem as características do ambiente de trabalho.

  10. Prazer e sofrimento de psicólogos no trabalho em empresas privadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Costa da Silva

    Full Text Available Este artigo visa a problematizar as vivências de psicólogos que trabalham em empresas privadas. Discutem-se suas práticas profissionais, experiências associadas ao prazer e ao sofrimento em seu cotidiano e concepções teóricas que embasam seu trabalho. Trata-se de um estudo qualitativo, no qual se utilizou, como procedimento, a realização de entrevistas semi-estruturadas com dez psicólogos assalariados de empresas privadas de Porto Alegre e Grande Porto Alegre. Teve-se, como referenciais teóricos principais, a psicodinâmica do trabalho, a abordagem da subjetividade e trabalho e, para a análise das entrevistas, foi utilizada a análise de conteúdo. Os resultados indicam que os profissionais têm como atividades prioritárias as ligadas à Psicologia organizacional. Não foram encontrados casos em que eles interviessem na visão institucional ou tivessem ações ligadas à saúde mental de trabalhadores. Suas falas sugerem serem psicólogos com estilo dinâmico de trabalho, revelam certo "apaixonamento" pelo mesmo, acreditam na sua atuação e apreciam suas atividades ligadas ao desenvolvimento de pessoas na organização. Sentem-se satisfeitos com o reconhecimento das pessoas e por ter espaço para atuar conforme acreditam. Suas fontes de sofrimento são a carga excessiva de trabalho, os possíveis conflitos entre os valores da empresa e os pessoais, os cerceamentos da organização, a falta de reconhecimento e sua percepção de que pertencem a uma categoria profissional desprovida de força.

  11. Considerações para uma ontogênese da política pelo trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanny Simon Machado

    2017-10-01

    Full Text Available O presente trabalho tem como objetivo a elaboração de considerações introdutórias para o entendimento da política com sua origem através da categoria trabalho, entendido na obra dos pensadores Karl Marx e György Lukács como mediação fundamental entre humanidade e natureza, produtor de valores de uso e momento fundante do ser social. Realizamos pesquisa bibliográfica, sistematizando as principais categorias marxiano-lukacianas e relacionando-as com a política. Como ontogênese, auferimos que o surgimento da política está vinculado ao trabalho, pois mimetiza as suas operações fundamentais. O trabalho como pôr teleológico primário é ação consciente que, através da prévia-ideação, planeja a execução e movimenta legalidades da matéria criando objetos úteis para seus fins. Por seu turno, os pores secundários, dentre os quais destacamos a política, ainda que derivados do trabalho, dele se distinguem e incidem sobre indivíduos na realização de seus pores concretos. O surgimento da política, assim, está relacionado à necessidade do convencimento, ou da tentativa de induzir homens ou grupos de homens a realizarem determinadas atividades dentro de uma forma específica de sociabilidade.

  12. Uso Pessoal das Tecnologias no Trabalho: Motivadores e Efeitos à Distração Profissional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Cappellozza

    2017-09-01

    Full Text Available Apesar dos inúmeros benefícios que as Tecnologias de Informação (TI – proporcionam a seus usuários, os efeitos adversos da utilização indiscriminada dos dispositivos tecnológicos pessoais no ambiente de trabalho é um tema pouco explorado. Este estudo analisa os aspectos individuais motivadores do uso particular de Tecnologias de Informação no trabalho e a relação da Distração Digital como um componente significativo sobre a perda de atenção dos profissionais durante a execução de suas atividades. A pesquisa evidencia que os aspectos ligados à dependência tecnológica são as principais causas do Uso Pessoal das Tecnologias no ambiente de trabalho. Entre esses motivadores, a perda do Controle do Impulso de uso da TI é o fator mais significativo ao Uso Pessoal das Tecnologias em ambientes profissionais, comparada a outros fatores analisados. A pesquisa também revela que a Distração Digital provoca significativa perda de concentração dos profissionais e que a Utilização Pessoal da TI no ambiente de trabalho é reflexo direto da redução do Engajamento do profissional no seu trabalho. Além disso, o estudo revela que o uso particular das aplicações que promovem interação social não é subterfúgio dos profissionais que manifestaram fraco Suporte Social dos seus pares no local de atuação profissional.

  13. O empowerment estrutural como mediador na relação do trabalho emocional e engagement.

    OpenAIRE

    Tavares, Vânia Cristina Gomes

    2014-01-01

    Dissertação de mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Superior Cada vez mais as Organizações têm consciência da importância do papel das interacções estabelecidas entre os colaboradores e clientes, nos outcomes organizacionais, assim procuram controlar essas interacções o mais possível, estabelecendo directrizes pelas quais os colaboradores se devem guiar. Assim, o objectivo da presente investigação é perceber o papel das estruturas disponíveis no ambiente laboral, da ligação ao trabalho...

  14. Valor-trabalho e trabalho imaterial nas ciências sociais contemporâneas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Amorim

    Full Text Available A teoria do valor foi até hoje lida com base em três recortes analíticos amplos. Um recorte anterior a Marx, o de Marx e dos marxistas e o dos neoclássicos. O anterior a Marx tem como elementos centrais a ideia de que o valor é uma categoria central das sociedades de economia mercantil ou de troca, que nas sociedades capitalistas ganharia sua expressão mais avançada no processo de criação da riqueza. Em Marx, o valor é considerado como a categoria econômica mercantil fundamental. No entanto, esse tipo de economia é apreciado como transitório, isto é, há uma determinação histórica da economia mercantil que se vincula diretamente à existência do valor. Já para os neoclássicos, o valor é uma categoria da atividade econômica em geral, sendo, portanto, a atividade econômica capitalista uma forma particular dessa atividade econômica geral. Sua preocupação central está, nesses termos, voltada para o equilíbrio geral apoiado na análise marginalista do valor. No entanto, o debate em torno do valor hoje parece ir além dessas classificações. Sua recuperação se sintetiza na seguinte pergunta: as teses sobre as novas tecnologias da informação e sobre o trabalho imaterial convergiriam para uma nova forma da teoria do valor-trabalho ou para a superação dessa teoria? O objetivo central deste artigo é caracterizar introdutoriamente as principais teses do debate na teoria social, que incorporam, atualizam ou negam a teoria do valor-trabalho no processo de análise do trabalho imaterial.

  15. Uso de XML para Interoperabilidade entre Bases Heterogêneas

    OpenAIRE

    Pasqual, Juliana; Departamento de Informática, Universidade Federal do Paraná; Sunye, Marcos; Departamento de Informática, Universidade Federal do Paraná

    2003-01-01

    A coexistência de banco de dados heterogêneos, implementados sobre diferentes modelos de dados, com linguagens, representações e plataformas diversas, tornou natural o uso de banco de dados integrados para compartilhamento de informações. Com o objetivo de proporcionar interoperabilidade entre o banco de dados integrado e os bancos de dados locais que o compõem, de forma transparente e mantendo a autonomia destes, este trabalho apresenta uma solução baseada em XML. O resultado deste trabalho ...

  16. O TRABALHO EM CARNE VIVA. OBSERVAÇÃO PARTICIPANTE DO TRABALHO OPERÁRIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Monteiro

    Full Text Available Resumo Este texto visa expor a lógica moral e sensual do universo fabril, tentando suplementar as leituras excessivamente técnicas do trabalho com um estudo contextualizado e encarnado das práticas operárias. Nesse sentido, o investigador procedeu a um trabalho de observação participante, trabalhando 14 semanas, em 2007, como operador de máquina numa fábrica de mobiliário do Noroeste português. Um ano mais tarde, em 2008, ele voltaria para estudar a comunidade envolvente por mais 16 semanas. A partir da objectivação sociológica da experiência visceral do trabalho, foi possível conhecer o processo de incorporação do senso prático dos trabalhadores, conhecido localmente como "aprender a arte". Dada a sua relevância, é concedida uma atenção particular às implicações que teve o recurso à observação participante para esta pesquisa sociológica.

  17. Engagement no Trabalho em Residentes Médicos de Pediatria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Regina Teixeira

    Full Text Available RESUMO Objetivos Avaliar os índices de engagement no trabalho em residentes médicos de Pediatria. Métodos Amostra composta por 36 profissionais matriculados no programa de residência médica em Pediatria da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto no ano de 2013. Os dados foram coletados de setembro de 2013 a fevereiro de 2014, utilizando-se a Utrecht Work Engagement Scale (Uwes – Escala Utrecht de Engajamento no Trabalho –, composta por 17 itens de autoavaliação com três dimensões, Vigor, Dedicação e Absorção, além de um escore geral do constructo. Resultados 91,67% eram do sexo feminino; a idade mediana foi de 28 anos (mínimo: 25; máximo: 34; 86,11% eram solteiros; 33,33% tinham renda familiar de 2 a 5 salários, e 44,44%, mais de 10 salários mínimos; 88,89% estavam satisfeitos com o trabalho; e 52,78% já pensaram em desistir do programa. Os índices de engagement variaram de 3,56 a 4,28. A dimensão Dedicação obteve índice alto (4,28±1,12, e as dimensões Absorção, Vigor e Engagement, médios (3,58±1,00; 3,56±0,98; 3,78±0,96. Quanto ao desejo de desistir do programa, ambos os grupos apresentaram índices médios para as dimensões Absorção e Vigor; nas dimensões Dedicação e Engagement, índices médios para os que já pensaram em desistir do programa e altos para aqueles que nunca pensaram em desistir. Sobre a satisfação com o programa, na dimensão Dedicação, os índices foram: alto para os satisfeitos e médio para os não satisfeitos (4,49 e 2,6; as dimensões Absorção, Vigor e Engagement apresentaram índices médios para ambos os grupos – 3,66, 3,68 e 3,92 entre os satisfeitos e 2,95, 2,54 e 2,7 para os não satisfeitos, respectivamente. Conclusão Os residentes em Pediatria da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto apresentaram bons índices de engagement, principalmente no domínio Dedicação. Há um baixo percentual de profissionais com baixo índice de engagement em todos

  18. INSERÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA FÍSICA NO MERCADO DE TRABALHO

    OpenAIRE

    Matsushima, Alessandra; Universidade Federal de São Carlos; da Cruz, Daniel Marinho Cesar; Universidade Federal de São Carlos, Departamento de Terapia Ocupacional.; Rodrigues, Daniela da Silva; Universidade de Brasilia; Figueiredo, Mirela de Oliveira; Universidade Federal de São Carlos - Departamento de Terapia Ocupacional; Joaquim, Regina Helena Vitale Torkomian

    2016-01-01

    Esta pesquisa teve por objetivo identificar as barreiras e os facilitadores do processo de inserção da pessoa com deficiência física no mercado de trabalho e verificar as contribuições do uso de tecnologia assistiva (TA) no trabalho. O método foi descritivo e exploratório, com uma amostra de 30 adultos com deficiência física, entre 18 a 60 anos, inseridos ou não nos ambientes de trabalho e alocados na rede de saúde do Estado de São Paulo. Os instrumentos para a coleta de dados foram a Lista d...

  19. TRABALHO E IDENTIDADE NO SERTÃO NORDESTINO: CAMINHOS DA TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juscelino Eudâmidas Bezerra

    2012-07-01

    Full Text Available O presente texto tem como objetivo apresentar caminhos que possam contribuir para o debate da relação entre trabalho e identidade. Pretendemos percorrer este caminho através da discussão do processo de des(identidade social do trabalho o qual ocorre com os trabalhadores das obras de transposição do Rio São Francisco no nordeste brasileiro. Tal temática é bastante relevante quando levamos em consideração o processo de avanço do capital e a produção de novas territorialidades e como estas transformações afetam a vida dos trabalhadores desencadeando uma série de tensões que afetam diretamente o conteúdo das relações sociais e de trabalho.

  20. Mundo da escola/mundo do trabalho:realidades conciliáveis pela via polivalência?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Lúcia Freire de Oliveira

    1997-12-01

    Full Text Available Este artigo trata da relação trabalho/educação, procurando situar a escola de nível médio relativamente aos novos requerimentos de qualificação. Centra-se na polivalência, compreendida como exigência calcada nas alterações que marcam os atuais processos de trabalho. Enfatiza que as ligações entre os dois mundos -trabalho/escola -são tecidas à base de que as metamorfoses da produção terminam por repercutir na educação escolar, acenando para o seu realinhamento político, filosófico e pedagógico.

  1. Considerações sobre Psicologia, trabalho e cotidiano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Regina Vargas Mansano

    2017-11-01

    Full Text Available A Psicologia Organizacional pode ser considerada uma das áreas de intervenção mais consolidadas no âmbito da Psicologia no Brasil, sendo que seus profissionais são requisitados de maneira recorrente para atuar junto ao setor de Recursos Humanos. Ao mesmo tempo, o cenário laboral contemporâneo continua a reproduzir e a sofisticar uma sistemática exploração dos trabalhadores, tanto no que diz respeito ao tempo de trabalho (cada vez mais ampliado pelas tecnologias de comunicação e controle quanto em relação às dimensões subjetivas que são colocadas a serviço da produção. O presente estudo propõe um debate sobre a inserção do psicólogo no setor de Recursos Humanos, problematizando três dimensões: a complexa relação estabelecida entre trabalhadores e organizações, a concepção de homem adotada por tais profissionais e o papel ético e político da psicologia diante das exigências laborais contemporâneas. Como conclusão parcial, consideramos que cabe a este profissional a difícil tarefa de abrir brechas no sistema rígido de acumulação e competitividade que predomina nas organizações capitalistas para apoiar e sustentar formas de intervenção que privilegiem a expansão vida e suas variações subjetivas.

  2. INDUSTRIALIZAÇÃO E TRABALHADORES: NOTAS DE PESQUISA SOBRE TRABALHO OPERÁRIO GLOBALIZADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Paulo Morais

    2013-03-01

    Full Text Available Neste texto refletimos sobre a problemática da globalização na perspectiva de trabalhadores da empresa metalúrgica ThyssenKrupp, em São Paulo e Minas Gerais Thyssenkrupp Metalúrgica Santa Luzia S.A. e Sadia S.A. Uberlândia. Explorando a historicidade da luta de classes por meio da experiência vivida em fábrica. O objetivo maior é o de ressaltar determinadas relações estabelecidas entre trabalhadores e empresa, mostrando mudanças nas relações produtivas, nas formas de sociabilidade entre os trabalhadores, transformações nos modos de vidas, a partir de características atuais do trabalho operário.

  3. O TRABALHO COMO ATIVIDADE PRINCIPAL NO DESENVOLVIMENTO PSÍQUICO DO INDIVÍDUO ADULTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Fernanda Moro Rios

    2017-12-01

    Full Text Available Este artigo visa analisar, por meio da revisão teórica de autores clássicos e contemporâneos da psicologia histórico-cultural, o trabalho como atividade principal na vida adulta, isto é, como a atividade que orienta as principais mudanças no psiquismo humano e na personalidade nessa idade. Para tanto, abstrai e generaliza elementos constantes nos estudos sobre periodização do desenvolvimento psíquico humano. Por um lado, identifica os conteúdos e processos psicológicos que, produzidos pelo trabalho, evidenciam sua relevância para o desenvolvimento do indivíduo adulto. Por outro, aborda os processos de alienação inerentes à sociedade capitalista, que alienam o trabalho como atividade principal. Assim, o trabalho se apresenta, dialeticamente, como atividade humanizadora e alienada. Entende-se que este estudo contribui para o avanço teórico-metodológico da psicologia histórico-cultural por abordar a questão do trabalho como atividade principal, uma discussão que se encontra ainda incipiente e pouco sistematizada. Além disso, supera o enfoque dos estudos sobre o desenvolvimento centrados na infância e reitera o rompimento com a perspectiva maturacionista de que a vida adulta é um período de estagnação do desenvolvimento. Pela análise do trabalho como atividade principal conclui-se que o desenvolvimento psicológico, produzido na vida adulta, se expressa, principalmente, por uma série de aquisições de habilidades e capacidades, pelo exercício da criatividade, por uma complexa reestruturação da esfera afetivo-motivacional da personalidade, pelo desenvolvimento da autoconsciência e pelo movimento dialético da consciência de classe, que tensiona a contradição entre o polo humanizador e o polo alienado/alienante do trabalho numa sociedade que limita e empobrece esse mesmo desenvolvimento.

  4. Características tecnológicas do processo de trabalho em berçários

    OpenAIRE

    Rocha, Semiramis Melani de Melo; Scochi, Carmen Gracinda Silvan; Souza, Heloisa Garda Borgi Lino de

    1999-01-01

    Este estudo analisa, através de uma descrição dos instrumentos de trabalho utilizados no berçário, na assistência ao recém-nascido, as relações que se estabelecem entre os profissionais de saúde e os bebês, mediadas por conhecimentos científicos. Busca, ainda, demonstrar as possibilidades de compreender os nexos entre tecnologia, relações humanas e um cuidado individualizado cujo significado seja a restauração de vitalidade. Trata-se de um estudo exploratório de caráter qualitativo. Os dados ...

  5. Influência da mobilidade materna na duração da fase ativa do trabalho de parto

    OpenAIRE

    Bio, Eliane; Bittar, Roberto Eduardo; Zugaib, Marcelo

    2006-01-01

    OBJETIVOS: investigar a influência da mobilidade da parturiente durante a fase ativa do trabalho de parto. MÉTODOS: foi realizado ensaio clínico controlado prospectivo, com análise comparativa entre um grupo de tratamento (n=50) e um grupo controle (n=50), no Centro Obstétrico do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP). Os critérios de inclusão foram: primigestas com feto único em apresentação cefálica; idade gestacional entre 37 e 42 semanas; parturientes com pelo menos dua...

  6. El maltrato entre iguales /

    OpenAIRE

    Casero Cea, María Aranzazu

    2014-01-01

    Se trata el tema del “Maltrato entre iguales” , es decir del maltrato entre los propios alumnos y alumnas dentro o maltrato en el aula, y las posibilidades que existen para llegar desde este conflicto a una posible cooperación para solucionar o paliar este problema existente hoy en día con bastante frecuencia en los Centros

  7. Alienação do trabalho: despertencimento social e desrenraizamento em relação à natureza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Franco

    Full Text Available O ensaio resgata a noção de trabalho alienado, considerando o seu valor heurístico para compreender, mais profundamente, as interconexões entre os fundamentos do trabalho e os atuais desafios da crise social e ambiental. As atuais interrogações sobre o trabalho conduzem à abordagem da precarização social, da perda de direitos, dos danos à saúde e ao meio ambiente, evidências, por si só, de uma profunda alienação social. A partir de uma breve retrospectiva histórica das sociedades urbano-industriais capitalistas - em que se destaca o crescente desacordo dos tempos sociais com os ciclos da natureza e com a plasticidade ou limites biopsicossociais dos indivíduos -, propõe-se uma releitura dos quatro aspectos do conceito de alienação de Marx. As interligações entre alienação e o conceito bourdieusiano de habitus, entre precarização social e destruição ambiental são, por fim, sintetizadas nas noções de despertencimento social e de desenraizamento em relação à Natureza, processos característicos da civilização contemporânea.

  8. Trabalhadores da CEASA: fatores associados à fadiga e capacidade para o trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Aparecida Masson

    2015-06-01

    Full Text Available RESUMOObjetivo:avaliar características sociodemográficas, estilo de vida e condições de saúde relacionadas à fadiga e à capacidade para o trabalho.Método:estudo transversal com 90 trabalhadores da Central de Abastecimento de Campinas, com dados coletados em 2011. Foram utilizados três questionários: Fadiga; Índice de Capacidade para o Trabalho e Sociodemográfico.Resultados:na análise de regressão univariada as variáveis associadas a capacidade para o trabalho foram: escolaridade, uso de medicamentos, estresse, dor nos últimos seis meses e dor na última semana. Na análise de regressão univariada as variáveis associadas à fadiga foram: escolaridade, estresse, sonolência, dor nos últimos seis meses, dor na última semana e problemas de saúde.Conclusão:existe necessidade de implantação de programas de promoção da saúde entre estes trabalhadores.

  9. O pêndulo oscilante: sociologia do trabalho e movimento sindical no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Aurélio Santana

    Full Text Available O presente artigo analisa a relação estabelecida entre a sociologia do trabalho e o sindicalismo no Brasil. Isso é feito cobrindo-se três momentos dessa relação. Tendo como pano de fundo as sucessivas conjunturas políticas e econômicas, partimos daquela primeira geração de sociólogos do trabalho até o período recente, buscando identificar os pontos mais característicos dessa trajetória. Trabalhamos com a hipótese segundo a qual, ao longo de sua trajetória, a sociologia do trabalho no Brasil foi marcada, em seus primórdios, pela busca de afirmação e profissionalização (1950/1960; posteriormente, desenvolveu um forte engajamento político-social, assumindo um caráter público e servindo para conformar certas identidades sociais (1970/1980; por fim, teria derivado para uma sociologia para as políticas públicas (1990/2000.

  10. O TRABALHO DO ENFERMEIRO DE CENTRO CIRÚRGICO NO BRASIL (DÉCADA DE 80

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brigitta Elza Pfeiffer Castellanos

    Full Text Available A partir da visão materialista-histórico e dialética do trabalho da Enfermagem como uma prática social inserida no modo de produção y capitalista brasileiro desta década de 80, este estudo, pela decomposição do trabalho do enfermeiro de centro cirúrgico em seus três elementos essenciais procurou apontar para a necessidade da compreensão não somente destes três elementos mas, principalmente, para o entendimento de suas relações super-estruturais mediadas pelo modo de produção brasileiro no sentido de, por meio desta praxis reflexiva, buscar uma síntese, entre o que tenho (o que é o trabalho do enfermeiro de centro cirúrgico e o que quero, síntese esta que possibilite uma nova prática.

  11. Risco, trabalho e masculinidade. Um estudo sobre os trabalhadores do setor elétrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julice Salvagni

    2013-12-01

    Full Text Available Este estudo é parte de uma dissertação de mestrado (2011 que abordou aspectos referentes ao risco de trabalho no setor elétrico. Neste artigo, dá-se ênfase a uma análise sobre as noções de subjetivação da masculinidade que perpassam a realidade de trabalho dos eletricitários e que estão diretamente relacionadas ao entendimento de risco de acidentes. Para além do risco de acidentes físicos, compreende-se que os riscos se constituem na esfera do invisível (fatores sócio-psicológicos. Destacam-se elementos de ordem subjetiva que constituem a relação dos trabalhadores com as noções de tempo, para ser possível abordar a concepção do risco. As falas dos trabalhadores são postas em diálogo com autores como Dejours, Giddens e Bourdieu. O texto traz elementos descritivos que possibilitam elucidar as relações entre trabalho e masculinidade no setor elétrico a ser um inimigo indissociável do risco.

  12. Educacao interprofissional: formacao de profissionais de saude para o trabalho em equipe com foco nos usuarios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Peduzzi

    2013-08-01

    Full Text Available São analisados os constructos teóricos da educação interprofissional com base em duas revisões de literatura, considerado o contexto da formação dos profissionais de saúde no Brasil. Identificam-se três tipos de formação: uniprofissional, multiprofissional e interprofissional, com predomínio da primeira, que ocorre entre estudantes de uma mesma profissão de forma isolada; a segunda, entre estudantes de duas ou mais profissões de forma paralela, sem haver interação, e na terceira há aprendizagem compartilhada, com interação entre estudantes e/ou profissionais de diferentes áreas. Destaca-se a distinção entre interprofissionalidade e interdisciplinaridade, referidas, respectivamente, como a integração das práticas profissionais e das disciplinas ou áreas de conhecimento. Mediante a análise apresentada, conclui-se que no contexto brasileiro, a educação interprofissional, base para o trabalho em equipe colaborativo, ainda está restrita a iniciativas recentes, que merecem estudo.

  13. Mulheres da "Zona Grande": negociando identidade, trabalho e território

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Gonzaga Jayme

    Full Text Available Em Belo Horizonte, desde o começo do século XX, um quadrilátero localizado no centro da cidade, entre a estação de trem e a rodoviária, tem abrigado uma zona de baixo meretrício, a chamada zona grande. Atualmente, funcionam na região em torno de vinte hotéis, onde cerca de 2 mil mulheres atendem a seus clientes. Este artigo discute a relação entre identidade, trabalho sexual e território entre as mulheres dessa zona grande. Busca-se refletir também em que medida a construção de uma identidade profissional, de trabalhadoras do sexo, poderia contribuir para o empoderamento dessas mulheres, favorecendo uma organização que as habilite a reivindicar, entre outras questões, a sua permanência nesse local. Essa é uma região visada por políticas de intervenção urbana que buscam "higienizar" a área, retirando dali os hotéis e as pensões onde trabalham essas mulheres. A ideia, então, é incorporar à discussão de identidade a relação com o território.

  14. Os sentimentos vivenciados após exposição ocupacional entre trabalhadores de saúde: fulcro para repensar o trabalho em instituições de saúde Los sentimientos experimentados después de la exposición ocupacional de los trabajadores de salud: enfoque para trabajar en instituciones de salud The feelings experienced after occupational exposure among health care workers: fulcrum approach to work in health institutions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Maria Mansano Sarquis

    2009-10-01

    Full Text Available Este estudo objetivou captar os sentimentos psicossociais e percepções dos trabalhadores após acidente com fluido biológico identificando as dificuldades para realizar o acompanhamento. Pesquisa de abordagem qualitativa cuja amostra foi intencional, compreendeu 15 trabalhadores de saúde. O medo foi o primeiro sentimento expresso. O medo que o trabalhador sofre no desempenho de suas atribuições, potencia o desenvolvimento de situações estressantes geradas no ambiente de trabalho e desencadeiam sofrimento psíquico. Os sentimentos de raiva e revolta aparecem nos discursos diante da indignação do trabalhador. Outro sentimento manifestado pelos sujeitos é a culpa pelo desencadeamento do acidente. Essa constatação permite recomendar propostas de reestruturação organizacional, bem como no comportamento dos trabalhadores envolvidos na dinâmica do trabalho.Esto estudio objetivó capturar los sentimientos psicológicos y las percepciones que los trabajadores de salud enfrentan después de accidentes con materiales biológicos, identificando las dificultades para la realización del seguimiento. Una investigación cualitativa con amuestra intencional de 15 trabajadores fue realizada. El miedo fue lo primer sentimiento expresado. El miedo está relacionado a sus atribuciones y potencializa el desarrollo de situaciones de estrés en el ambiente de trabajo y desencadena el sufrimiento psicológico. El sentimiento de ira y revuelta aparece en los discursos antes de la indignación de los trabajadores. Otro sentimiento es la culpa por el desencadenamiento del accidente. Estos resultados permiten recomendar la propuesta de restructuración organizacional así como para el comportamiento de los trabajadores en la dinámica del trabajo.This study aimed at capturing the psychosocial feelings and perceptions health workers face after accidents with biological material, identifying the difficulties to accomplish the follow-up. This qualitative

  15. Autoeficácia e Qualidade de Vida no Trabalho: um estudo com policiais militares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Coelho

    Full Text Available RESUMO O objetivo desta pesquisa foi identificar a existência de relação entre qualidade de vida no trabalho e crenças de autoeficácia geral na Polícia Militar do Distrito Federal. A pesquisa se configura como estudo de caso, de delineamento correlacional e abordagem quantitativa. Utilizou-se o Inventário de Avaliação de Qualidade de Vida no Trabalho e a Escala de Autoeficácia Geral. Participaram 1027 policiais militares, sendo 895 homens e 114 mulheres, com tempo médio de 16 anos de serviço na PMDF. A análise dos resultados evidenciou que não há correlações significativas fortes entre QVT e autoeficácia. Conclui-se que não se pode promover QVT focando apenas no indivíduo, pois mesmo os participantes se percebendo autoeficazes não resultou em uma percepção positiva de QVT.

  16. Abordagem socioambiental na enfermagem: focalizando o trabalho rural e uso de agrotóxicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Regina Cezar-Vaz

    Full Text Available RESUMO Objetivo: aplicar uma abordagem socioambiental na relação entre saúde humana e trabalho rural por meio da verificação de nexo/associação entre distúrbios de saúde e uso de agrotóxicos. Método: estudo quantitativo, transversal, observacional e exploratório, realizado com 331 trabalhadores rurais de dois municípios do estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Realizou-se análise dos dados por regressão de Poisson. Resultados: os distúrbios de saúde referidos incluíram: distúrbios mentais (62,2%, circulatórios (49,8%, dermatológicos (45%, respiratórios (41% e gástricos (36,2%. Trabalhadores que aplicam agrotóxicos apresentam prevalência 90% maior de alterações dermatológicas quando comparados aos que não aplicam. Conclusão: o uso da abordagem socioambiental constituída por elementos do ambiente rural, do trabalhador e do uso de agrotóxicos no processo de trabalho no potencial nexo/associação com os distúrbios de saúde permitiu verificar que os trabalhadores rurais que aplicam agrotóxicos apresentam maior prevalência de alterações dermatológicas.

  17. O trabalho das enfermeiras no SUS de Campinas: anos 70 e 80

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabet Pereira Lelo Nascimento

    2004-04-01

    Full Text Available Objetivamos analisar a inserção e as práticas desenvolvidas pelas enfermeiras na rede básica da Secretaria Municipal de Saúde de Campinas entre 1978 e 1989. Entre as práticas desenvolvidas pelas enfermeiras, destacamos a supervisão, como instrumento de avaliação/treinamento e fiscalização/controle do trabalho; a formação de auxiliares de saúde pública; a consulta e atendimento de enfermagem; a visita domiciliária; a normatização e desenvolvimento de procedimentos técnicos de enfermagem e os registros de enfermagem. Concluímos que houve transformações nos processos de trabalho das enfermeiras, e a posição assumida por elas foi fundamental para a instalação da rede básica de saúde, a reordenação das práticas de enfermagem e para a implantação do modelo de atenção à saúde.

  18. Projecto Vale do Minho digital: trabalho de natureza profissional

    OpenAIRE

    Lima, Manuel Jorge de Abreu Antunes

    2014-01-01

    Trabalho de natureza profissional para a atribuição do Título de Especialista do Instituto Politécnico do Porto, na área de Informática, defendido a 08-07-2014. O trabalho apresentado é propriedade da Associação de Municípios do Vale do Minho.

  19. TRABALHOS SOCIAIS COM IDOSOS: PROPOSTAS E SIGNIFICADOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Santos Graciani

    2010-02-01

    Full Text Available Este trabalho expõe os resultados de estudos realizados tendo como objetivo central a análise das propostas e dos significados de ações sociais desenvolvidas com idosos pelo projeto “Ônibus Ludicidade – Baú Encantado”, realizado na Comunidade Nova Pantanal e o projeto IPREM Melhor Idade, da Prefeitura Municipal de São Paulo. As reflexões desenvolvidas fundam-se no pressuposto básico de que o envelhecimento é um processo biopsicossocial. A exclusão social pode ser uma das características deste processo, que também pode propiciar a participação social e comunitária, como uma estratégia de enfrentamento da situação de desigualdade que, muitas vezes, acomete o segmento idoso. A cidadania é concebida nos projetos em foco como o exercício de um conjunto de direitos e deveres que devem ser garantidos por todos os indivíduos. As pesquisas, de abordagem qualitativa, incluíram a realização de entrevistas com idosas da Comunidade Nova Pantanal e com aposentados e pensionistas do IPREM. A coleta de dados se pautou, também, na utilização de técnicas de observação e informativos mensais do Instituto de Previdência Social da P.M.S.P. As análises dos depoimentos e dados observados permitem destacar como resultados a superação do medo de aprender novas habilidades, a conquista da sociabilidade, a prática da solidariedade e da possibilidade de aquisição de uma nova profissão por pessoas idosas. A educação e a cidadania são processos importantes para reintegração e inclusão de envelhescentes e idosos no convívio social, propiciando uma condição de vida saudável. Palavras-chave: Envelhecimento, Participação Social, Cidadania, Educação

  20. Humanização e trabalho na enfermagem

    OpenAIRE

    Collet,Neusa; Rozendo,Célia Alves

    2003-01-01

    Neste ensaio temos como objetivo refletir sobre o tema da 63ª Semana Brasileira de Enfermagem: "humanização e trabalho: razão e sentido na enfermagem". Discutimos a relação humanização/trabalho na enfermagem diferenciando os aspectos relacionados à humanização do trabalho de enfermagem daqueles do trabalho humanizado da enfermagem. Os desafios do processo de humanização da assistência e das relações de trabalho implicam em superação da relevância dada à competência técnico-científica em detri...

  1. Pessoas com deficiência e trabalho: percepção de gerentes e pós-graduandos em Administração

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Nivalda de Carvalho-Freitas

    Full Text Available A inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho é recente nas organizações. Esta pesquisa analisou as diferenças nas concepções de deficiência e na avaliação sobre possibilidades de trabalho para pessoas com deficiência entre 163 gerentes (idade média: 43 anos; 73% homens; 91% com nível superior que trabalhavam, em média, há 3,6 anos com essas pessoas, em 18 empresas nacionais (83%= >1.000 funcionários; 39% = 20-100 com deficiências, e entre 285 pós-graduandos em administração de três Estados, que nunca atuaram com elas. Aplicou-se um Inventário de Concepções de Deficiência, em escala Likert, especialmente elaborado para esse fim. Não houve diferença significativa entre as concepções de deficiência dos grupos analisados. Houve correlação positiva entre o tempo de trabalho dos gerentes de pessoas com deficiência e a percepção do desempenho dessas pessoas. Conclui-se que o contato com as pessoas com deficiência pode modificar a percepção sobre elas, melhorando suas possibilidades de inserção no mercado de trabalho.

  2. Trabalho infantil em Pelotas: perfil ocupacional e contribuição à economia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Facchini Luiz Augusto

    2003-01-01

    Full Text Available O trabalho infantil é um fenômeno global de grandes proporções, especialmente em países em desenvolvimento. Estima-se que, em todo o mundo, 352 milhões de crianças e adolescentes menores de 18 anos são economicamente ativos, incluindo atividades remuneradas, trabalho não-pago, ilegal e no setor informal da economia. No Brasil, cerca de 9,3 milhões de crianças entre 10 e 17 anos trabalham. Os estudos sobre a contribuição econômica das crianças à renda familiar são escassos. Este artigo apresenta o perfil ocupacional e a contribuição econômica de crianças e adolescentes, com destaque para aspectos relacionados à idade, ao gênero, à escolaridade e à situação socioeconômica de suas famílias em uma amostra de 4.924 indivíduos entre 6 e 17 anos, representativa dos setores urbanos pobres de Pelotas. As crianças e adolescentes trabalhadores contribuíam em média com 18% da renda familiar. Dos que trabalhavam, metade contribuía no mínimo com 10% da renda familiar e um quarto respondia por 25% ou mais da renda familiar. Quanto menor a renda familiar dos adultos, maior a proporção da contribuição de crianças e adolescentes à renda familiar total, maior a exclusão escolar de adolescentes trabalhadores e maior a jornada de trabalho infanto-juvenil.

  3. Retorno ao trabalho de pacientes adultos submetidos a transplante de fígado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    PAROLIN Mônica Beatriz

    2001-01-01

    Full Text Available Racional - O transplante hepático é hoje o tratamento de eleição das doenças hepáticas avançadas. A melhoria da qualidade de vida após o transplante hepático tem sido objeto de inúmeros estudos e o restabelecimento da capacidade laborativa do indivíduo é um de seus indicadores. Objetivo - Avaliar o índice de retorno ao trabalho em adultos submetidos a transplante hepático e as causas para inatividade no pós-transplante. Pacientes e Métodos - Quarenta e um pacientes adultos (idade superscript three 18 anos submetidos a transplante hepático, entre setembro de 1991 a junho de 1999, com sobrevida pós-transplante superscript three 9 meses, boa função do enxerto e seguimento clínico regular foram avaliados em relação ao grau de inatividade no período pré e pós-transplante mediante aplicação de questionário. Resultados - Vinte e oito dos 41 pacientes transplantados (68% retornaram ao trabalho após o transplante hepático; o tempo médio decorrido entre a cirurgia do transplante e o retorno ao trabalho foi de 5,9 meses. Onze dos 28 pacientes ativos após o transplante (39% contribuíam efetivamente para a renda familiar. As causas de inatividade após o transplante hepático em 13 pacientes foram: aposentadoria precoce (n = 5, desemprego (n = 4 e incapacidade física (n = 4. Conclusão - O transplante hepático bem sucedido permite a um número considerável de pacientes retornar à atividade laborativa, reassumindo suas funções sociais.

  4. Participação no mercado de trabalho e no trabalho doméstico: homens e mulheres têm condições iguais? Labor market and home production: are men and women equal?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Madalozzo

    2010-08-01

    Full Text Available A participação das mulheres no mercado de trabalho representa um dos pontos centrais da análise econômica sob a ótica feminista. Apesar do aumento da participação das mulheres no mercado de trabalho e da diminuição da diferença salarial média entre os dois gêneros, as mulheres ainda enfrentam uma grande dificuldade de serem remuneradas e promovidas em relação aos homens. Os modelos econômicos competitivos não conseguem explicar essas diferenças sem fazer uso de hipóteses fortes sobre as preferências individuais e os objetivos da família. Uma das possibilidades estudadas é que a diferença na remuneração das mulheres tem um aspecto social através de seu trabalho não somente para o mercado, mas também para a manutenção da ordem dentro da família. Este estudo tem como objetivo principal analisar as diferentes participações dos gêneros no trabalho doméstico como potencial influenciador das diferentes condições no mercado de trabalho. Nossos resultados apontam que as mulheres têm uma dupla e pesada jornada de trabalho. Entre nossas principais conclusões, podemos citar que a participação da mulher no mercado de trabalho, principalmente com o aumento de sua remuneração frente ao total da renda familiar, impacta positivamente sua condição de barganha na família, implicando uma menor participação no trabalho doméstico.Female labor market participation is one of the central investigation topics in feminist economics' studies. Even after an increase in the labor market participation and the decrease in the wage gap between men and women, the latter still face great difficulties on being remunerated and promoted when compared to men. Neoclassical economic models cannot explain completely these differences without making use of strong hypothesis about individual preferences and family goals. This study has as the main objective to analyze difference on the housework participation as an influencer to different

  5. O trabalho em espiral: uma análise do processo de trabalho dos educadores em saúde nas favelas do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marize Bastos da Cunha

    Full Text Available Este artigo busca contribuir para o campo de estudo voltado para o agente comunitário de saúde, recuperando uma pesquisa realizada na área da educação, que investigou o processo de trabalho de agentes comunitários, moradores das favelas, inseridos em programas públicos e também em ONG's, na zona norte do município do Rio de Janeiro. Entre os resultados do estudo destacam-se as determinações e características do processo de trabalho do agente comunitário de saúde, a partir de sua inserção na fronteira e como sujeito portador de experiências, redes de relações sociais e conhecimentos acumulados, ao longo de percursos diversos. Com este recorte, pretende-se ampliar a visão a respeito do papel desempenhado por esses agentes, de forma a favorecer um avanço no debate sobre as possibilidades e limites inscritos nas engrenagens de tais iniciativas.

  6. Psicodinâmica do trabalho e riscos de adoecimento no magistério superior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celina Hoffmann

    Full Text Available Resumo: A intensificação da atividade docente reflete um novo paradigma de produção e consumo do conhecimento, no qual coexistem demandas caracterizadas por aceleração das atividades, alienação e competitividade. Nesse sentido, faz-se pertinente investigar a tríade trabalho, saúde, doença no contexto da docência do magistério superior. Diante disso, buscou-se analisar os indicadores críticos de adoecimento no trabalho segundo a percepção dos docentes da Universidade Federal de Santa Maria (RS. Para tanto, realizou-se aplicação do Inventário sobre Trabalho e Riscos de Adoecimento (Itra e, posteriormente, entrevistas semiestruturadas de caráter complementar, aplicadas aos docentes pertencentes às áreas do conhecimento com maior participação. Destaca-se a identificação de sobrecarga cognitiva em nível grave para as mulheres (58% em relação aos homens, com avaliação em nível crítico (50%, além de maior esgotamento profissional enfrentado por elas, com avaliação em nível crítico (44%. O teste Mann-Whitney evidenciou diferença significativa entre homens e mulheres quanto aos danos físicos (p = 0, 001, danos sociais (p = 0,01 e custo cognitivo (p = 0,04. Dessa forma, o papel do gênero deve ser considerado enquanto elemento que promove distinção na percepção, avaliação e gestão dos aspectos que envolvem o trabalho e a vulnerabilidade aos riscos de adoecimento.

  7. Gênero e insegurança no trabalho no Reino Unido Gender and employment insecurity in the UK

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kate Purcell

    2004-08-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é explorar a dimensão de gênero da insegurança do emprego no Reino Unido, focalizando, para tanto, as recentes tendências do trabalho temporário, que incluem o de prazo fixo, o sazonal, o sem vínculo empregatício, o contratado através de agência, o ocasional e outros tipos de trabalho temporário. Essas formas de trabalho são, inequivocamente, inseguras, sejam elas livremente escolhidas ou não. A primeira seção do artigo trata das pressões e resistências que têm, cumulativamente, levado à atual participação de mulheres no trabalho remunerado. Examinam-se, em seguida, as recentes tendências nos padrões de emprego no Reino Unido, com especial referência às diferenças entre mulheres em idade de trabalho, bem como à incidência e distribuição do trabalho de meio período. As tendências recentes e as diferenças de gênero no trabalho temporário são, assim, consideradas à luz desse contexto mais amplo. Finalmente, esses achados são confrontados com os argumentos no sentido de que o emprego atípico fornece oportunidades para um aumento da participação de mulheres na força de trabalho e para uma conciliação prática entre o emprego e os papéis e relacionamentos familiares.The objective of this article is to explore how far employment insecurity is gendered in the UK, focusing on recent trends in temporary employment, covering fixed term, seasonal, agency, casual and other temporary work. The first section of this paper considers the pressures and resistances that have cumulatively led to women's current participation in paid work. This is followed by an examination of recent trends in UK employment patterns, with particular reference to differences within the female population of working age and the incidence and distribution of part-time employment. Recent trends and gender differences in temporary employment are then considered against this broader background. Finally, this evidence is

  8. Sentidos do trabalho apreendidos por meio de fatos marcantes na trajetória de mulheres prostitutas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Késia Aparecida Teixeira Silva

    2015-12-01

    Full Text Available O trabalho, que antes era visto apenas como meio de sobrevivência e acúmulo de riqueza, tornou-se uma das principais dimensões da vida humana, fazendo com que os indivíduos sejam identificados mediante as atividades que realizam. Assim, o trabalho adquiriu um novo sentido para os indivíduos, uma vez que a realização pessoal está intimamente relacionada ao seu reconhecimento perante a sociedade. Diversos estudos têm abordado o trabalho por meio dos sentidos que os trabalhadores atribuem à atividade que realizam, como é o caso da presente pesquisa que investiga os sentidos produzidos por uma categoria distante das profissões formais: as prostitutas. Nesse intuito, objetiva-se apreender os sentidos subjetivos produzidos por mulheres que atuam na prostituição em boates no interior de Minas Gerais. Para tanto, buscou-se, inicialmente, contextualizar a prostituição como profissão, desvendar a trajetória das participantes e sua inserção nessa atividade e levantar os sentidos subjetivos relacionados ao trabalho na prostituição. Participaram da pesquisa seis prostitutas que trabalham em boates. O levantamento dos dados deu-se por meio de uma entrevista focando especificamente um fato marcante na trajetória profissional dessas mulheres. Optou-se pelo estudo de natureza qualitativa baseada na Epistemologia Qualitativa (Rey, 2005 e as análises foram fundamentadas pela acepção de sentido subjetivo. O autor defende que entre o pensamento e a linguagem está a emoção, e que por isso nem sempre os sentidos subjetivos podem ser captados nas expressões diretas do sujeito. Ao final, apreendeu-se sentidos subjetivos relacionados ao trabalho na prostituição que relacionam-se à violência, aborto induzido, abandono, desconfiança, preconceito, discriminação, humilhação, medo, insegurança e solidão. A análise dos sentidos subjetivos das prostitutas frente ao trabalho que realizam mostrou-se oportuna para o entendimento de

  9. Percepção de risco e excesso de velocidade Risk perception and speeding

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iara Picchioni Thielen

    2008-01-01

    Full Text Available Este trabalho discute percepção de riscos no trânsito, comparando um grupo de motoristas infratores a um grupo de motoristas sem multas por excesso de velocidade. O objetivo da pesquisa foi explicitar a interação entre a norma de velocidade e o comportamento de excesso de velocidade. Nas justificativas para o excesso de velocidade, foram identificados importantes fatores na determinação da percepção de risco: controle (centralizado no motorista, minimização do risco (a velocidade na qual eles transitam não oferece riscos, confiança (eles se julgam hábeis motoristas e podem definir o que é excesso de velocidade e falta de credibilidade nas instâncias que devem gerenciar as ameaças. Os infratores revelam uma construção cognitiva de invulnerabilidade pessoal, associada a um otimismo irrealista e autopercepção superavaliada, aliadas a uma exagerada percepção de controle sobre o ambiente, centralizado em sua perícia e habilidade. Não há diferença de percepção de riscos entre os motoristas dos dois grupos. Não há correspondência entre riscos objetivos e riscos percebidos, pois os motoristas dos dois grupos percebem riscos objetivos genericamente considerados, porém descontextualizados da potencialidade para acidentes embutida em diferentes velocidades.This paper discusses risk perception comparing drivers with and without fines for speeding. The research aimed to show the interaction between speeding laws and speeding behavior. Speeders' explanations for their behavior revealed important factors in the determination of risk perception: control (driver-centered, risk minimization (drivers claimed there was no risk involved in the way they speeded, self-confidence (they considered themselves good drivers and believed they were able to define what constitutes speeding, and lack of credibility in the institutions that manage traffic risks. Speeders display a cognitive construct of personal invulnerability combined with

  10. Acidentes de trabalho autorreferidos pela população adulta brasileira, segundo dados da Pesquisa Nacional de Saúde, 2013

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Carvalho Malta

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é descrever o perfil da ocorrência dos acidentes de trabalho na população adulta brasileira. Estudo descritivo com dados sobre acidentes de trabalho coletados em 2013 pela Pesquisa Nacional de Saúde. Os acidentes de trabalho ocorreram em 3,4% (IC95% 4,6-5,6 da população adulta brasileira, ou 4,9 milhões de acidentes foram referidos, sendo mais frequentes entre os homens, jovens, de 18 a 39 anos, de cor preta, na região Norte do país. O Pará foi o Estado de maior ocorrência, e o Rio de Janeiro, o menor. Cerca de um terço dos acidentes foram devidos a deslocamento para o trabalho (acidentes de trajeto. Dentre os acidentados pelo trabalho, 50,4% (IC95% 45,3-55,5 deixaram de realizar suas atividades habituais, 8,8% (IC95% 6,4-11,2 foram internados e 19% (IC95% 15,3-22,7 relataram sequelas decorrentes dos acidentes do trabalho. As ocorrências de acidente de trabalhos relatadas na Pesquisa Nacional de Saúde constituem uma fonte inédita no país, possibilitando informação inestimável sobre o cenário do trabalho no Brasil. A Pesquisa Nacional de Saúde identificou que os acidentes de trabalho são subnotificados, já que as informações oficiais cobrem apenas os trabalhadores com vínculo formal de trabalho.

  11. Análise fatorial de correspondência das representações sociais sobre o trabalho noturno da enfermeira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Conceição Guimarães Veiga

    Full Text Available Objetivou-se apreender as Representações Sociais de enfermeiras sobre trabalho noturno. O estudo fundamentou-se na Teoria das Representações Sociais, com abordagens quantitativa e qualitativa. Foram coletadas evocações livres de 25 enfermeiras de um hospital público, em Salvador-Bahia, submetendo-as à Análise Fatorial de Correspondência (AFC. A AFC revelada no jogo de oposições demonstrou, no Fator 1, oposição entre os turnos de serviço e, no Fator 2, idade x tempo de serviço. Apreendeu-se no universo semântico das enfermeiras o trabalho noturno como Trabalho de Responsabilidade, Trabalho Árduo, Trabalho de Iniciativa e Necessidade Financeira. As enfermeiras referem-se ao trabalho noturno através de representações que lhe conferem caráter normativo, prescrevendo atitudes e comportamentos socialmente construídos e aceitos como próprios da categoria, enfatizando a construção histórica da profissão. Estes resultados indicam a necessidade de estratégias que contribuam para o desenvolvimento de políticas de gestão de pessoas, considerando a especificidade, subjetividade e complexidade do trabalho noturno.

  12. O MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM- TERRA E O DIREITO FUNDAMENTAL AO TRABALHO DIGNO: UMA PESQUISA ETNOGRÁFICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matheus Felipe de Castro

    2015-07-01

    Full Text Available O presente artigo tem por tema o direito fundamental ao trabalho digno, com ênfase na sua dimensão de elemento constituinte da psique dos sujeitos inseridos numa sociedade de mercado e consumo, marcada por profundas disparidades sociais internas derivadas, em grande medida, de sua localização periférica e subdesenvolvida na economia-mundo. O referencial teórico da análise parte de uma leitura entre psicanálise marxismo, acerca da centralidade do trabalho na constituição psíquica do sujeito. Estas duas vertentes de pensamento são utilizadas a partir da observação desta temática na vida de trabalhadores rurais pertencentes a uma comunidade de agricultores sem-terra, na sua trajetória em bus- ca de trabalho. É da leitura cruzada entre esses dois autores, que ao fim lançam-se algumas reflexões sobre a trajetória vivida por Pedro e Clara, trabalhadores rurais, dedicados à agricultura fami- liar, que depois de um longo percurso em busca de trabalho, são hoje integrantes de um assentamento do msT, buscando refletir sobre o papel que essa trajetória pode exercer na efetivação do direito fundamental ao trabalho digno e na ampliação dos direitos subjetivos dos agentes envolvidos. O método de pesquisa foi o etnográfico, eis que os pesquisadores vivenciaram diretamente a realidade onde se inserem as personagens aqui descritas e o pro- cedimento de exposição a livre narrativa.

  13. Pessoal ocupado e jornada de trabalho: uma releitura da evolução da produtividade no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando de Holanda Barbosa Filho

    2014-06-01

    Full Text Available Esse artigo recalcula a evolução da produtividade do trabalho e da produtividade total dos Fatores (PTF no Brasil entre os anos de 1982 e 2012 usando uma série de horas trabalhadas em vez da série de pessoal ocupado. Para tanto, utilizamos dados da PNAD e da PME para construir uma série mensal de horas trabalhadas que compatibilizasse as mudanças metodológicas da PNAD e da PME. A comparação da série de horas trabalhadas com a de pessoal ocupado revela a redução da jornada de trabalho no Brasil, fenômeno consistente em todo o período de análise e que impacta a produtividade. Com isso, a utilização de uma série de horas trabalhadas possibilita uma releitura da evolução da produtividade nas últimas três décadas no Brasil. Em particular, mostramos que a perda da produtividade do trabalho (-0,6% a.a ocorrida entre os anos de 1982 e 1992 é explicada pela redução da jornada de trabalho média (-0,7% da economia brasileira. Os resultados indicam que, no período 1982-2012, tanto a produtividade do trabalho (35,8% quanto a PTF (16,3% apresentaram uma elevação superior à sugerida por boa parte da literatura sobre o tema baseada em séries de pessoal ocupado.

  14. A metamorfose do trabalho: direitos informais , deveres escravos

    OpenAIRE

    Amador, Solange Monteiro

    2014-01-01

    Esta tese versa sobre a categoria trabalho no processo de produção e reprodução social brasileiro. Tal categoria foi examinada pelo prisma dos imigrantes bolivianos, trabalhadores da costura e residentes nas oficinas da cidade de São Paulo, com o intuito de compreender o trabalho escravo moderno. A pesquisa, de natureza teórico-empírica, constitui-se do estudo de referências bibliográficas sobre o processo histórico brasileiro, com destaque ao debate acerca do trabalho escra...

  15. Qualidade de vida e capacidade para o trabalho de bombeiros

    OpenAIRE

    Vidotti, Heloisa Giangrossi Machado; Coelho, Vitória Helena Maciel; Bertoncello, Dernival; Walsh, Isabel Aparecida Porcatti de

    2015-01-01

    RESUMO As atribuições relacionadas a atividades perigosas ocasionam, muitas vezes, sérios riscos à saúde, exigindo atenção, alta carga de cognição, rápidas e precisas tomadas de decisão e constante estado de alerta que podem influenciar na capacidade de trabalho e qualidade de vida dos bombeiros. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade de vida e a capacidade para o trabalho em bombeiros de um município do interior paulista. Foram coletadas informações sobre idade; estado civil; esco...

  16. Walter Benjamin e Paris: individualidade e trabalho intelectual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Ortiz

    2000-05-01

    Full Text Available Este artigo é uma leitura do texto de Walter Benjamin Paris capital do século XIX. A partir do conjunto de anotações que Benjamin faz de diversos livros consultados, principalmente durante sua pesquisa na Bibliothèque Nationale, o autor pretende trabalhar a noção de indivíduo vinculando-a a dois temas. Primeiro, a emergência do flâneur como tradução do espírito de mobilidade que se inaugura com a modernidade. Para isso a discussão sobre a noção de espaço, particularmente no que diz respeito a cidade de Paris, é importante. O flâneur surge assim como um indivíduo desenraizado que se locomove através do espaço urbano remodelado. Segundo, uma aproximação entre o ato da flânerie e o trabalho intelectual. Considerando a flânerie como uma atividade intelectual o autor mostra como os temas do distanciamento e da construção do objeto são relevantes tanto para o flâneur-detetive quanto para a reflexão nas ciências sociais.This paper is an interpretation of Walter Benjamins Paris, Capital of the 19th Century. Based on the notes Benjamin made on several books he read, mainly during his research at the Bibliotèque Nationale, the author discusses the notion of the individual linking it to two themes. First, to the emergence of the flâneur as a translation of the spirit of mobility which starts with modernity. The discussion on the notion of space, especially where it concerns Paris, is essential for this analysis. The flâneur is seen as an uprooted individual who moves around the remodelled urban space. Second, to the proximity between the act of flânerie and that of intellectual work. Taking flânerie to be intellectual activity, the author shows how the themes of the distancing and the construction of the object are relevant, both to the detective-flâneur and to the reflection in social sciences.

  17. Trabalho feminino no setor offshore na Bacia de Campos-RJ: percepção das trabalhadoras e estratégias usadas na gestão dos tempos de vida e de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anete Ribeiro da Gama Barbosa

    2015-01-01

    Full Text Available Desde a revolução industrial há mulheres no mercado de trabalho em funções que implicam trabalho noturno e em turnos não usuais e grande disponibilidade de horário. Os homens, porém, não aumentaram sua participação no trabalho reprodutivo. Essa constatação coloca em foco a dificuldade em harmonizar vida profissional e vida familiar e doméstica. O texto analisa as relações entre vida familiar e vida profissional de trabalhadoras offshore da Bacia de Campos – RJ e, para isso, foram entrevistadas 15 mulheres que atuam em funções técnicas eminentemente masculinas. Os resultados revelaram adiamento das reflexões sobre maternidade ou planejamento para engravidar após conseguir trabalho em terra, dificuldades em harmonizar vida familiar e trabalho offshore, a consideração do exercício nesse tipo de trabalho como temporário. As escolhas feitas pelas trabalhadoras em diferentes fases da vida pessoal e profissional são orientadas por valores, que não são estáticos e estão em constante debate e confronto com a realidade. Embora a maioria das entrevistadas fosse jovem, solteira e sem filhos, há algumas casadas e com filhos que “organizam a vida de acordo com o embarque” e precisam de uma boa infraestrutura em terra para continuar nessas funções.

  18. Histoplasmose no Nordeste do Brasil. Relato de três casos** Trabalho realizado em parceria entre a Clínica de Pneumologia do Hospital Getúlio Vargas, Hospital de Ensino da UFPI na cidade de Teresina/PI e o laboratório de Micologia Médica do IPEC/ Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro/RJ, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio de Deus Filho

    2009-01-01

    Full Text Available Resumo: A histoplasmose é uma micose endémica em certas áreas dos EUA e América Latina, causada pelo fungo dimórfico geofílico H. capsulatum. A descrição de casos no Nordeste do Brasil, embora não sendo área endémica, é de rara ocorrência, indicando a existência de microfocos em várias regiões. Razões precisas para esse padrão de distribuição são desconhecidas. Actividades relacionadas com a remoção do solo em tais locais estão associadas à exposição ao H. capsulatum. O objectivo desse trabalho é descrever três casos isolados de histoplasmose ocorridos na região Nordeste do Brasil, em indivíduos expostos a distintas actividades (demolição de domicílios, escavação de poços e exposição a morcegos.Rev Port Pneumol 2009; XV (1: 109-114 Abstract: Histoplasmosis is an endemic mycosis in specific areas of the U.S. and Latin America, caused by dimorphic geophilic fungus H. capsulatum. The description of cases in Brazil’s northeast, considering that this region isn’t an endemic area, indicates the existence of small outbreaks in several regions. Precise reasons for this pattern of distribution are still unknown. Activities related to the removal of soil in these places are associated with exposure to H. capsulatum. The objective of this work is to describe three isolated cases of histoplasmosis wich occurred in Brazil’s northeast region in individuals exposed to different activities (demolition of houses, wells diggers and exposure to bats.Rev Port Pneumol 2009; XV (1: 109-114 Palavras-chave: Histoplasmose, micose sistémica, cavador de poços, demolição, morcegos, Key-words: Histoplasmosis, systemic mycosis, wells diggers, demolition, bats

  19. TRABALHO ANÁLOGO A ESCRAVO (analogous to slave work)

    OpenAIRE

    Oliveira, Gilca Garcia de; Universidade Federal da Bahia; Germani, Guiomar Inez; Universidade Federal da Bahia; Sampaio, José Levi Furtado; Universidade Federal do Ceará

    2012-01-01

    A escravidão, legalmente garantida pelo Estado como forma de produzir riquezas, já não se faz presente no solo brasileiro como no momento da colonização. Mas atualmente, em momento de aceleração do tempo – o trabalho virtual e de conexões em rede – ainda se encontram, distribuídos em diversas partes do território brasileiro, trabalhadores sujeitos à condição análoga à escrava. Considera-se “trabalho escravo contemporâneo” ou “trabalho análogo a escravo”, toda a condição de trabalho, mesmo que...

  20. PERCEPÇÃO DO TRABALHO DOCENTE EM UMA UNIVERSIDADE DA REGIÃO NORTE DO BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rozilaine Redi Lago

    Full Text Available Buscou-se conhecer a percepção da experiência do trabalho docente em cursos de saúde de uma universidade federal da região Norte do Brasil. Utilizando-se abordagem qualitativa, foram entrevistados seis docentes de cursos de saúde dessa universidade, cujos dados foram submetidos à análise de conteúdo. Predominaram mulheres na função docente, e a valorização dessa função como vínculo estável de trabalho, fonte de rendimentos e função social. No trabalho docente, a maioria se concentra no desenvolvimento de habilidades técnico-científicas dos alunos, expressando a necessidade da qualificação contínua e apoio institucional insuficiente. As relações pessoais desses docentes com alunos e outros professores e técnico-administrativos são reconhecidamente mediadoras da qualidade do processo de ensino-apren-dizagem e trabalho. Quanto à saúde, a maior parte se sente vulnerável e desgastada, principalmente em aspectos psicoemocionais, o que influencia as suas relações sociais dentro e fora do ambiente de trabalho. Embora o exercício profissional tenha sido identificado como fonte de estabilidade, realização pessoal e financeira, destacam-se a precariedade e a sobrecarga de trabalho, que tendem a induzir sofrimento e adoe-cimento. Esta reflexão entre docentes, movimentos sindicais e instituições de ensino pode subsidiar ajustes institucionais, legais, curriculares e sociais para melhorar o processo de ensino-aprendizagem e a qualidade de vida dos docentes.

  1. Processo e cargas de trabalho e a saúde dos trabalhadores na sericicultura: uma revisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nanci Ferreira Pinto

    Full Text Available Resumo Introdução: sericicultura é a atividade de criação do bicho-da-seda (Bombyx mori. No Brasil é geralmente desenvolvida por pequenos agricultores. Objetivo: analisar a relação entre processo de trabalho e saúde-doença dos sericicultores. Métodos: revisão integrativa de literatura conduzida nas bases Medline, SciELO e Scopus e no banco de teses e de periódicos da CAPES. Resultados: quinze trabalhos atenderam aos critérios estabelecidos. Em nove desses estudos foi possível identificar o processo e as cargas de trabalho e nos outros seis, as doenças relacionadas à atividade. Identificaram-se como cargas de trabalho: físicas – umidade, ventilação, temperatura e intempéries; químicas – uso de adubos, formol, cal hidratada e fungicida; mecânicas – riscos de acidentes com equipamentos; orgânicas – fungos, bactérias, vírus e insetos; fisiológicas – esforço físico, trabalho noturno, jornadas prolongadas; psíquicas – ritmo e intensidade de trabalho, responsabilidade pela tarefa. Também foram relacionadas doenças respiratórias, alergias, irritação nos olhos, feridas, dores nas costas e de cabeça. Conclusão: apesar dos potenciais problemas relacionados à saúde dos trabalhadores da sericicultura, no Brasil não foram identificadas pesquisas voltadas especificamente a esse tema, mostrando a necessidade de realização de estudos para suprimir essa lacuna.

  2. Sintomatologia osteomuscular e qualidade de vida de portadores de distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giselle Santana Dosea

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Analisar, a partir de um perfil ocupacional, os aspectos da sintomatologia osteomuscular e da qualidade de vida (QV de trabalhadores notificados como portadores de distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT no estado de Sergipe. Métodos: A pesquisa foi realizada entre os meses de julho/2013 e julho/2014 e utilizou-se os questionários Nórdico de Sintomas Osteomusculares e o SF-36, em 56 voluntários. Resultados: Observou-se maior severidade dos sintomas na região dos ombros e cervical, e baixas médias de QV em todos os domínios, com relação significativa entre sexo e sintomatologia nos membros superiores, e entre componentes mentais e físicos da QV e a sintomatologia em ombros e punhos. Considerações finais: Esta pesquisa possuiu limites metodológicos relacionados ao reduzido número de indivíduos da amostra, no entanto, ainda assim, foi possível atingir seus objetivos, através da análise do perfil ocupacional, da sintomatologia osteomuscular e da QV dos trabalhadores notificados como portadores de DORT no estado de Sergipe. A QV do portador de DORT é reduzida, embora sua relação com a sintomatologia da doença precise ser investigada mais profundamente.

  3. O uso dualista do conhecimento das Ciências Sociais no Trabalho Social em Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telmo H Caria

    2012-01-01

    Full Text Available Pretendemos identificar as ideias/representações sociais que nos campos das Ciências tendem a transformar as diferenças de percursos e formas de institucionalização da Sociologia e do Serviço Social em impedimentos para a aproximação entre estas duas áreas de conhecimento (noção de dualismo. Estes impedimentos merecem uma reflexão sobre as significações e as concepções que existem em Portugal no âmbito da Sociologia que legitimam este dualismo, ou que nos dão pistas para o superar, sendo certo que no plano institucional sempre existirá competição e lutas de poder simbólico que forçarão a existência de dualidades entre ambas. Para melhor perceber as vantagens mútuas de ambas as disciplinas, pretendem-se apresentar exemplos já realizados em Portugal no grupo de investigação ASPTI (análise social do saber profissional em trabalho técnico-intelectual sobre o modo como temos lidado com as diferenças entre aquelas duas áreas de conhecimento para fomentar o diálogo interdisciplinar.

  4. A REINSERÇÃO SOCIAL DA EX-PRESIDIÁRIA NO MERCADO DE TRABALHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Ribeiro

    2017-07-01

    Full Text Available Partindo da Constituição Federal de 1988 que traz em seu Título II, Capítulo I os Direitos e as Garantias Individuais e Coletivas. “Art. 5o Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza [...] I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição” (BRASIL, 1988, p.8, esse artigo pretende analisar a trajetória da mulher na sociedade com foco na mulher presidiária. E também analisar a desigualdade entre homens e mulheres, não só dentro do sistema penitenciário, mas também, e principalmente, entre as oportunidades de reinserção destas mulheres no mercado de trabalho, após o cumprimento de suas penas. E, a partir dessa análise, tentar avaliar o quão utópico, ou não, é a ressocialização de um egresso do sistema penitenciário, bem como a igualdade entre homens e mulheres.

  5. O Toyotismo e a mercantilização do trabalho na indústria automotiva do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Augusto Pinto

    Full Text Available O objetivo deste artigo é analisar o avanço de conceitos e práticas de gestão do trabalho designados como "flexíveis" na indústria automotiva do Brasil, em especial os oriundos do Sistema Toyota de Produção. Por meio de uma investigação bibliográfica e de um estudo de caso empírico numa planta pertencente a um grupo transnacional do setor de autopeças, situada em Campinas, SP (Brasil, demonstra-se como foram efetuadas alterações na organização do trabalho, concomitantes à exigência de novos perfis de qualificação profissional e educacional aos trabalhadores. Em termos conclusivos, a presente análise evidencia como tais perfis articulados a métodos gerenciais de avaliação em processos de contratação e promoção têm fragmentado o coletivo de trabalhadores nas empresas, mercantilizando as relações que estabelecem entre si no cotidiano de trabalho, uma vez que se baseiam na introjeção e manipulação de princípios de conduta entre eles, no sentido de servilizá-los ao propósito da acumulação capitalista.

  6. Transtornos mentais e inserção no mercado de trabalho no Brasil: um estudo multicêntrico nacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ada Ávila Assunção

    Full Text Available Resumo: Objetivou-se explorar a relação entre inserção no mercado de trabalho e as características de pacientes da amostra representativa de 2.475 adultos internados em 26 instituições brasileiras de saúde mental (15 Centros de Atendimento Psicossocial e 11 hospitais. Características sociodemográficas, clínicas e comportamentais foram obtidas de entrevistas estruturadas. Regressão multinomial foi utilizada. Maior probabilidade de afastamento temporário do mercado de trabalho foi observada em pacientes do sexo feminino, solteiros, divorciados ou viúvos, sem moradia estável e internados ou tratados pela primeira vez antes dos 18 anos de idade. Maior probabilidade de afastamento definitivo do mercado de trabalho foi observada entre os mais velhos. Afastamento temporário ou definitivo foi diretamente associado à baixa escolaridade, ao número de internações ao longo da vida e ao diagnóstico de transtorno mental grave; e inversamente associado ao uso de álcool e drogas. As vulnerabilidades ocupacionais identificadas suscitam o debate sobre a formulação de políticas setoriais.

  7. Acidentes de trabalho: custos previdenciários e dias de trabalho perdidos Occupational accidents: social insurance costs and work days lost

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Sousa Santana

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a contribuição de benefícios concedidos por acidentes de trabalho dentre o total de benefícios relacionados com a saúde da Previdência Social, focalizando os custos conforme o tipo de benefício, e o impacto sobre a produtividade relativa a dias perdidos de trabalho. MÉTODOS: Utilizam-se registros dos despachos de benefícios do Sistema Único de Benefícios do Instituto Nacional de Seguridade Social da Bahia, em 2000. Acidentes de trabalho foram definidos com o diagnóstico clínico para Causas Externas, Lesões e Envenenamentos (SS-00 a T99 da Classificação Internacional de Doenças 10ª Revisão, e o tipo de benefício que distingue problemas de saúde ocupacionais e não ocupacionais. RESULTADOS: Foram estudados 31.096 benefícios concedidos por doenças ou agravos à saúde, dos quais 2.857 (7,3% eram devidos a acidentes de trabalho. Maiores proporções foram estimadas entre os trabalhadores da indústria da transformação e construção/eletricidade/gás, 18% do total dos benefícios. Os custos com os benefícios para acidentes de trabalho foram estimados em R$8,5 milhões, com aproximadamente meio milhão de dias perdidos de trabalho no ano. CONCLUSÕES: Apesar do conhecimento de que esses dados são sub-enumerados, e restritos aos trabalhadores que conseguiram receber benefícios relacionados com a saúde, os achados revelam o grande impacto sobre a produtividade e o orçamento do Instituto Nacional de Previdência Social de agravos reconhecidos como evitáveis, reforçando a necessidade de sua prevenção.OBJECTIVE: To estimate the proportion of occupational accident benefits granted within the total for health-related social security benefits, viewing the costs according to benefit type and the impact on productivity according to work days lost. METHODS: Records of benefit decisions from the National Benefits System of the National Social Security Institute for the State of Bahia in 2000 were utilized

  8. Trabalho e sofrimento psíquico de caixas de agências bancárias na cidade do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Palácios Marisa

    2002-01-01

    Full Text Available Este trabalho discute algumas relações entre sofrimento psíquico e trabalho de caixa, em agências bancárias no Rio de Janeiro. Diferentes modelos teóricos são apresentados: Estresse, Psicodinâmica do Trabalho e Psicopatologia do Trabalho. Neste estudo de caso, buscou-se compreender a participação do trabalho na produção do sofrimento psíquico dos caixas de uma grande empresa do setor bancário. A análise do processo de trabalho, com suas variabilidades e dificuldades, revelou que a "diferença de caixa" e as agressões dos clientes representam situações de sofrimento. Essas são situações favorecidas pela organização do trabalho, que obriga os caixas a evitarem as regras de segurança e imputa-lhes a culpa da diferença. Adicionalmente, ela não oferece suporte aos caixas para responder apropriadamente às demandas dos clientes. O contexto de baixos salários e grandes transformações favorece o isolamento dos trabalhadores, gera insegurança com relação ao futuro e é entendida como falta de reconhecimento. Com uma aproximação do trabalho real, é possível entender as situações de trabalho, como elas podem engendrar sofrimento e quais os seus determinantes.

  9. O trabalho da mulher e as negociações coletivas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Sanches

    2003-12-01

    Full Text Available MUITOS motivos têm levado a mulher para o mercado de trabalho: a emancipação feminina e a opção por um projeto profissional, o desemprego ou a perda de renda do cônjuge e o crescimento do número de mulheres chefes de famílias. Este ingresso da mulher no mercado de trabalho, no entanto, não tem sido fácil, devido à conjuntura político-econômica dos últimos anos, que tem criado muitas barreiras para todas as pessoas que procuram ocupação. Outras adversidades, porém, agravam ainda mais a situação da participação feminina no mercado de trabalho. Traduzidas em diversas formas de discriminação, revelam-se por meio de baixos salários, ocupação de postos precários, discriminação na contratação e ascensão, desemprego. Para mostrar essa inserção diferenciada da mulher do mercado de trabalho, o Dieese reuniu e analisou os resultados das negociações coletivas no pa��s, de 1996 a 2000, sob o enfoque da questão de gênero. Os resultados mostram o quanto ainda é necessário caminhar para condições mais igualitárias entre os sexos e a importância da negociação coletiva na regulamentação das relações de trabalho.FOR MANY reasons, women go to the labour market: emancipation, leading to professional plans; income loss due to spouse's unemployment or other changes; increases in the number of women heading families. However, it has been an uneasy transition, as in the current conjunctural context people looking for a job are experiencing all sort of barriers. Another dificulties even worse women conditions in the labour market. They have to do with gender discrimination, which leads to low salaries, inequality in employment access and opportunities, unemployment. To better show this situation, Dieese gathered and analysed the results of collective bargaining in our country, from 1996 to 2000, in the gender context. The results show how far from equality we are referring to gender issues, and the relevance of

  10. Joseph Leidy entre dois paradigmas da Paleontologia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Faria

    Full Text Available Com a aceitação dos métodos e programas de pesquisa desenvolvidos por Georges Cuvier para o estudo dos fósseis, a Paleontologia teve seu primeiro paradigma kuhniano instalado. Joseph Leidy iniciou seus trabalhos sob esta orientação teórica e metodológica e praticou, no âmbito da Paleontologia, o que Thomas Kuhn denominou de ciência normal. Entretanto, com o acúmulo de dados provenientes de seus trabalhos taxonômicos, Leidy identificou algumas questões que não podiam ser respondidas sob a luz do paradigma cuvieriano. Somente o novo paradigma, o evolutivo, podia respondê-las e, desta forma, Leidy aderiu às teorias evolucionistas de Charles Darwin. Este processo de transição de um naturalista treinado sob uma orientação, e que passa a trabalhar sob uma nova, é analisado neste trabalho, levando-se em consideração as peculiaridades da aplicação da estrutura prevista por Kuhn em uma disciplina como a Paleontologia. Diferentemente do rompimento epistemológico previsto por Kuhn, na mudança de paradigma na Paleontologia, diversos paleontólogos continuaram a trabalhar orientados pelo velho paradigma, mas produzindo dados utilizáveis pelos evolucionistas. Leidy foi um deles, porém sua transição foi mais adiante, pois, a partir de 1859, gradualmente, ele começou a utilizar relações de ancestralidade e a seleção natural como explicações para as semelhanças morfológicas existentes entre as espécies que se sucederam ao longo da história da vida.

  11. A "Dinâmica de Grupos" de Bion e as Organizações de Trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sampaio Jáder dos Reis

    2002-01-01

    Full Text Available W. Bion foi um psiquiatra e psicanalista inglês que desenvolveu pesquisas sobre a formação e fenômenos de grupo, entre outros assuntos. Iniciou seus trabalhos no exército inglês e deu prosseguimento aos mesmoa em grupos do Instituto Tavistock, constituídos de pessoas com formações diversas. Muitos dos conceitos desenvolvidos em sua pesquisa se tornaram relevantes para a compreensão de grupos de trabalho e dos fenômenos emocionais subjacentes a eles, influenciando gerações futuras de pesquisadores em diferentes áreas do conhecimento, como já havia sido mostrado por Maria Tereza Leme Fleury e pesquisadores associados. Este ensaio faz uma reflexão crítica das contribuições de Bion e uma avaliação do impacto do seu trabalho sobre alguns autores da Psicologia do Trabalho, Sociotécnica e Administração.

  12. Prática política, qualificações profissionais e trabalho imaterial hoje

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Amorim

    2009-06-01

    Full Text Available O desenvolvimento das forças produtivas caracteriza-se como um importante objeto de estudos da teoria social contemporânea. No entanto, a consideração desse tema esteve limitada a aspectos técnicos dos processos de trabalho. Tecnologia, novos conhecimentos, técnicas administrativas e produtivas foram indicadas como elementos centrais para a constituição da "consciência" revolucionária da classe trabalhadora. Hoje, no debate sobre o trabalho imaterial, a relação entre os conteúdos cognitivos do trabalho e a "tomada de consciência" política revolucionária, como nexo causal da unidade política da classe trabalhadora, é apresentada como eixo fundamental para a constituição de uma sociedade livre das amarras do capital. Nesse artigo, pretendo discutir qual o papel das qualificações profissionais na composição das teses sobre o trabalho imaterial como força produtiva central nas sociedades capitalistas.

  13. Trabalho em turnos e dimensões sociais: um estudo na indústria têxtil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Isabel Ferreira

    2013-09-01

    Full Text Available O trabalho em turnos tem sido associado a diversas consequências na vida dos trabalhadores. Este estudo analisa as consequências do trabalho em turnos ao nível familiar, social e organizacional e de que forma tais dimensões podem interferir na adaptação a estes horários. Foi utilizada uma amostra de 239 trabalhadores de uma empresa têxtil portuguesa, distribuídos pelos seguintes horários: convencional (08h-12h30/13h30-17h, 1º turno (06h/14h; turno da manhã, 2º turno (14h/22h; turno da tarde e 3º turno (22h/06h; turno da noite. Na coleta de dados foi usado um questionário para avaliar, entre outros aspectos, a relação do horário de trabalho com a vida conjugal, a vida social ou o apoio da empresa. Os resultados apontam para uma preferência dos trabalhadores relativamente ao 1º turno, tendo este obtido os melhores scores em todos os aspectos. O horário convencional, por sua vez, apresenta os scores mais reduzidos. Genericamente, os resultados apontam para a importância de dimensões sociais na gestão do tempo de trabalho.

  14. Processos globais e mercado de trabalho: novas dinâmicas no setor automotivo no Brasil - anos 2000

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Garcia, Sandro Ruduit

    2007-01-01

    Full Text Available O artigo tenta identificar novas dinâmicas no mercado de trabalho, face aos processos globais, a partir do que vem ocorrendo no setor automotivo brasileiro nos anos 2000, focando particularmente o caso do pólo de Gravataí (RS. O argumento central da análise é de que a constituição de processos globais promove novas dinâmicas em mercados de trabalho regionais. A abertura de mercados de produtos, as composições entre capitais nacionais e estrangeiros e os investimentos em novas plantas industriais expressam processos globais que poderiam criar novas atividades e funções produtivas, empresas e empregos, assim como estimular capacidades e conhecimentos. Por outro lado, a competitividade, instabilidade e interdependência do sistema global reforçariam a seletividade social nos mercados de trabalho regionais, constituindo novos riscos e ansiedades para segmentos econômicos e sociais vulneráveis. Isso tenderia a mobilizar instituições no esforço de tentar reparar distorções face à nova complexidade do mercado de trabalho

  15. Qualificação profissional e representações sobre trabalho e qualidade de vida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lícia Barcelos de Souza

    2004-08-01

    Full Text Available O esforço para conciliar trabalho e subjetividade determina no trabalhador um desgaste que incide sobre sua qualidade de vida. A busca pelo equilíbrio psico-afetivo, dentro deste "mundo" contraditório repercute na vida cotidiana, criando sistemas auto-agravantes de enfrentamento, que foram estudados com a participação de 16 profissionais de Campus da Universidade de São Paulo, em Ribeirão Preto. Para isso, foram realizadas entrevistas devolutivas sobre a percepção da qualidade de vida, avaliada pelo WHOQOL-100. Entrevistas semi-estruturadas complementaram a avaliação com elementos sobre significados, sobre o trabalho e caracterização do contexto de vida. Estudos realizados sobre a qualificação dos profissionais apresentaram diferenças quanto às formas de enfrentamento e à busca do equilíbrio psico-afetivo, indicando, nos mais qualificados, uma dissociação entre o universo do trabalho e necessidades básicas para qualidade de vida, enquanto que para os menos qualificados o trabalho representou parte indissociável da sobrevivência.

  16. Mitos alimentares entre trabalhadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Max Leandro de Araújo Brito

    2011-02-01

    ="Subtle Emphasis" /> O trabalho tem por objetivo observar a conscientização sobre mitos alimentares entre trabalhadores de diversas organizações que almoçam em uma microempresa da cidade de Natal / RN durante as jornadas de trabalho.  A metodologia utilizada consiste na revisão bibliográfica da literatura que trata de alimentação, qualidade de vida no trabalho e qualidade de vida, associada a realização de entrevistas qualitativas com perguntas abertas entre os clientes da empresa. Verificou-se que a grande maioria dos entrevistados não tinha informações suficientes para desacreditarem em crenças alimentares errôneas sobre alimentação saudável, visto que as empresas, ao terceirizarem o serviço de alimentação dos empregados acabam se despreocupando com responsabilidades desse setor, além de existir uma procura reduzida de patrões e empregados para criação de programas ou ações de conscientização sobre mitos alimentares, alimentação balanceada. Conclui-se, portanto, que é baixa a conscientização sobre mitos alimentares entre trabalhadores que freqüentam a empresa, seja pela falta de apoio das organizações ou acomodação de seus participantes.

  17. Mercado de trabalho e região: a articulação de duas problemáticas na perspectiva de um estudo de caso

    OpenAIRE

    Guilherme Gaspar de Freitas Xavier Sobrinho

    2008-01-01

    Esta tese apóia-se em um estudo de caso realizado na Grande Santa Rosa, Rio Grande do Sul, Brasil, para discutir a categoria analítica mercado de trabalho. Restrições ao conceito emergem em um tratamento teórico inspirado na nova sociologia econômica e se evidenciam na abordagem empírica. O trabalho de campo desenvolveu-se em 2002 e, a seguir, entre 2006 e 2007. Foram realizadas observações de inspiração etnográfica e entrevistas em profundidade; dados censitários, registros administrativos e...

  18. Geografia de Gênero e Trabalho Familiar: Algumas Considerações. DOI: 10.5212/Rlagg.v.2.i1.027036

    OpenAIRE

    de Francisco, Maria Luíza Oliveira; Faculdades Adamantinenses Integradas

    2011-01-01

    Este trabalho examina a Geografia de Gênero e suas relações com o trabalho familiar, procurando destacar as atividades reprodutivas e produtivas desenvolvidas pela mulher, conjuntamente com os outros membros da família nas estratégias de sobrevivência familiar. Primeiramente, aborda as origens da Geografia de Gênero em termos de contribuições das correntes de pensamento geográfico. Depois, trata da relação entre Geografia de Gênero e Meio Rural. Finalmente, identifica e caracteriza as relaçõe...

  19. O Papel da Migração Interna na Convergência de Rendimentos do Trabalho no Brasil, no Período de 1994 a 2009

    OpenAIRE

    Jacqueline Nogueira Cambota; Paulo Araújo Pontes

    2012-01-01

    O artigo analisa o papel da migração interna na convergência de rendimentos do trabalho entre unidades da Federação Brasileira, considerando a mobilidade da força de trabalho no modelo Solow-Swan (1956). Para tanto, são usados modelos de crescimento com dados em painel dinâmico, estimados por meio de estimadores de GMM de sistema descritos em Arellano e Bover (1995) e Blundell e Bond (1998), os quais possuem a vantagem de considerar algumas fontes de inconsistências comuns às estimativas de c...

  20. Psicoterapia psicanalítica e acompanhamento terapêutico: uma aliança de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helga de Souza Machado Quagliatto

    Full Text Available O objetivo do artigo é refletir sobre a possibilidade de formação de uma aliança de trabalho entre psicoterapia psicanalítica e outras práticas psicoterápicas no atendimento a pacientes com psicopatologias graves. Apresentamos o caso clínico de um adolescente borderline que, em função do surto psicótico, tem seu tratamento reformulado, passando a contar com um acompanhante terapêutico. A aliança de trabalho formada busca envidar esforços clínicos na mesma direção: a promoção da qualidade de vida mental e social do paciente. Por fim, desenvolvemos algumas considerações sobre os ganhos psicoterapêuticos de uma postura inovadora e interdisciplinar, bem como sobre as particularidades de cada atendimento clínico.

  1. O trabalho na construção civil: degradação e exclusão social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivonaldo Leite

    2012-06-01

    Full Text Available O artigo tem como objetivo analisar a forma como é configurada a vida pessoal e profissional de trabalhadores da construção civil. O trabalho resulta de uma pesquisa que foi realizada tendo como metodologia a realização de entrevistas semi-estrturadas  com operários e empresários do referido setor, na cidade de Mossoró-RN. Dentre os resultados obtidos, entre os trabalhadores, podem ser realçados os seguintes: 1 sofrimento profissional; 2 não-identificação com o trabalho realizado; 3 incidência de alcoolismo.  Conclusivamente, é assinalado que a desrealização subjetiva, bloqueando a sociabilidade autônoma dos operários e promovendo a sua exclusão do bem-estar social, é uma decorrência do modo de desenvolvimento hegemônico.

  2. Bem-estar no trabalho: estudo de revisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Barreto Santos

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo é apresentar uma revisão de literatura científica sobre o bem-estar no trabalho (BET e mostrar a produção científica na área de modo a sistematizar a condução de novos estudos. Realizou-se, entre os meses de junho e setembro de 2012, uma busca de publicações sobre o tema utilizando-se as bases Biblioteca Virtual em Saúde (Bireme, Scientific Eletronic Library Online (Scielo, PubMed e Science Direct, nas quais foram recuperados dezoito artigos para análise. Os resultados mostram a recente preocupação em definir/conceituar nos estudos brasileiros a diversidade de instrumentos e medidas utilizados e os fatores positivos e negativos que interferem no BET e, consequentemente, na saúde do trabalhador.

  3. Reflexões concernentes ao conceito trabalho na cotidianidade ( em Agnes Heller e Michel MAffesoli

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Regina Cezar Vaz

    1995-06-01

    Full Text Available Ensaio sobre os escritos de Agnes HELLER acerca da categoria trabalho, com a intenção de marcar paralelos entre os pensamentos desta autora e os de Michel MAFFESOLI. Fica evidenciado que em ambos são manifestas as análises da vida cotidiana, espaço histórico do desenvolvimento individual e social. HELLER trabalha esta categoria - cotidiano - dentro de uma abordagem "construtivista-dialética", onde o sujeito da história é visualizado em sua temporalidade (passado, presente e futuro, dentro do processo de transformação individual e coletiva. Já a abordagem de MAFFESOLI contém um núcleo "fenomenológico-compreensivo", onde o sujeito da história é perseguido na dimensão do presente ("vida comum/vida banal".

  4. Reflexões concernentes ao conceito trabalho na cotidianidade ( em Agnes Heller e Michel MAffesoli

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Regina Cezar Vaz

    Full Text Available Ensaio sobre os escritos de Agnes HELLER acerca da categoria trabalho, com a intenção de marcar paralelos entre os pensamentos desta autora e os de Michel MAFFESOLI. Fica evidenciado que em ambos são manifestas as análises da vida cotidiana, espaço histórico do desenvolvimento individual e social. HELLER trabalha esta categoria - cotidiano - dentro de uma abordagem "construtivista-dialética", onde o sujeito da história é visualizado em sua temporalidade (passado, presente e futuro, dentro do processo de transformação individual e coletiva. Já a abordagem de MAFFESOLI contém um núcleo "fenomenológico-compreensivo", onde o sujeito da história é perseguido na dimensão do presente ("vida comum/vida banal".

  5. Antimonumentos: trabalho de memória e de resistência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Seligmann-Silva

    2016-04-01

    Full Text Available Resumo Este ensaio apresenta uma reflexão sobre o fenômeno dos "antimonumentos" que surgiram no final do século XX como uma forma de lidar, pelo viés das artes, com a violência de Estado, como nos casos do nazismo e das ditaduras latino-americanas. Este texto faz inicialmente uma retomada da mnemotécnica, ou seja, da antiga "arte da memória", que tem como seu pai mítico Simônides de Ceos, para em seguida apresentar a cena moderna da "arte da memória" sob a rubrica dos antimonumentos. O trabalho apresenta e discute obras de, entre outros artistas, Jochen Gerz, Horst Hoheisel, Andreas Knitz, Marcelo Brodsky e Fulvia Molina.

  6. O processo de trabalho em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia de Araújo Marques

    2011-04-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo analisar a organização do processo de trabalho em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal através das relações estabelecidas entre os atores sociais presentes no espaço micropolítico. Trata-se de uma metodologia não-convencional, adaptada a estudo qualitativo. Adotou-se um estudo de série de casos cuja trajetória foi denominada trajetória-sentinela e, através desta foram, detectados ruídos que influenciaram na qualidade da assistência. A análise do fluxograma revelou fragilidades na rede de contratualidade, problemas de registros e arquivamento de documentação e, erros relativos ao processo assistência.

  7. Programa de Educacao pelo Trabalho para Saude: experiencia de transformacao do ensino e pratica de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debora de Souza Santos

    2013-12-01

    Full Text Available Trata-se de um relato de experiência de tutoras de enfermagem do Programa de Educação pelo Trabalho na Saúde (PET-Saúde da Universidade Federal de Alagoas, entre maio de 2009 a abril de 2010. O objetivo do PET-Saúde enfermagem foi desenvolver ações de educação em saúde voltadas para as necessidades das comunidades atendidas pelas Unidades de Saúde da Família em Maceió, Alagoas. Para isso, foi realizado o planejamento em saúde orientado pela metodologia da problematização. As atividades resultaram em mudança na aprendizagem dos estudantes e na prática das enfermeiras do PET-Saúde, indicando a importância deste programa para o ensino e prática de enfermagem.

  8. Drogas e trabalho: uma proposta de intervenção nas organizações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarice Sampaio Roberto

    Full Text Available Neste artigo, trazemos à discussão uma proposta de abordagem ao uso de drogas (legais e ilegais no local de trabalho. O relato da intervenção e das respectivas considerações partiu de uma assessoria prestada a uma empresa pública, de grande porte, que demandava um projeto terapêutico e preventivo para tratar do problema. Como resposta, foi desenvolvida uma política institucional específica, alicerçada no seguinte tripé: a implantação de uma rotina norteadora para a abordagem dos funcionários quanto ao uso de drogas no trabalho; o credenciamento de locais para tratamento e a criação de comitês, liderados por funcionários, que passaram a ser responsáveis pela condução do programa após o término do trabalho da assessoria. Ressaltamos a importância da participação do maior número possível de funcionários, principalmente daqueles com poder decisório para a sustentação e implementação de um Programa, bem como a necessidade de criar uma política que intervenha no instituído e que considere os âmbitos administrativo, operacional e de saúde. Assim, marca-se uma diferença em relação à forma como, até há poucos anos, vinha sendo tratado o problema, oscilando entre o descaso e a punição.

  9. Valores Organizacionais e Valores do Trabalho: um estudo com operadores de call center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kely César Martins de Paiva

    Full Text Available Resumo Este estudo analisa como estão configurados os valores organizacionais e os valores do trabalho de operadores de um call center, situado em Belo Horizonte (MG. A análise em tal ambiente laboral, permeado por idiossincrasias, foi realizada por meio de pesquisa de campo, descritiva, com abordagens quantitativa e qualitativa, caracterizando uma triangulação metodológica. Os dados de 399 questionários foram tratados estatisticamente e os oriundos de 22 entrevistas foram submetidos à técnica de análise de conteúdo. Quanto aos valores organizacionais, percebeu-se uma predominância do valor “conformidade”, fato compreensível porque tal tipo de organização ser reconhecida pelo respeito às regras, posturas e modelos de comportamentos predefinidos. Em relação aos valores do trabalho, destacam-se os resultados relacionados a “estabilidade” e a “realização no trabalho”, pois são valores envolvidos na busca por segurança, adquirida por meio do trabalho, e por prazer e realização pessoal e profissional, respectivamente. O estudo tratou de dois construtos que ainda não haviam sido pesquisados conjuntamente e também contribuiu para a compreensão de particularidades do tipo de empresa abordada. Além disso, a triangulação possibilitou observar disparidades entre dados coletados por meio das técnicas diferenciadas, o que incita a continuidade e a expansão da pesquisa, tanto no que tange aos temas focalizados como aos contextos a ser investigados.

  10. Juventude, trabalho e instituições filantrópicas Youth, work and philanthropic institutions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delma Pessanha Neves

    2006-12-01

    Full Text Available A restrição de postos de trabalho e a desqualificação dos saberes profissionais fundados na experiência cotidiana e na reflexão de ensinamentos transferidos entre gerações de trabalhadores têm constrangido pais e filhos quanto à elaboração de projetos de inserção de novas gerações pelo trabalho. Agentes institucionais que se outorgam a colaboração nesta tarefa pouco conseguem apresentar alternativas, razão pela qual deslocam suas proposições para a defesa das atividades que caracterizam práticas culturais e lúdicas, quase sempre orientadas pela provisoriedade. A partir da análise da prática de três instituições filantrópicas voltadas para formação profissional de jovens advindos de camadas populares e de pesquisa sobre itinerários ocupacionais com este segmento populacional, proponho-me analisar alguns dos dilemas que os agentes em jogo enfrentam, sugerindo perspectivas facilitadoras da elaboração de propostas para a inserção de jovens no mercado de trabalho.Lack of employment and non-recognition of professional knowledge based on everyday experience and on the reflection of learning processes based on transfer through generations, have constrained parents and children in the elaboration of projects of inclusion of new generations through work. Institutional agents that could cooperate in this task cannot point alternatives, and, for this reason, almost always propose activities related to cultural or leisure practices, almost always temporary. Based on the analysis of three philanthropic institutions oriented towards education of youngsters from low income families, an analysis of some of the dilemmas faced by those actors is undertaken, suggesting facilitating perspectives for the making of proposals of youngster's inclusion in the work market.

  11. FLEXIBILIZAÇÃO, DESREGULAMENTAÇÃO E PRECARIZAÇÃO DAS RELAÇÕES DE TRABALHO: UMA DISTINÇÃO NECESSÁRIA.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Noêmia Lazzareschi

    2017-03-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivos: 1º apresentar a distinção entre os processos de flexibilidade, desregulamentação e a precariedade das relações de trabalho, compreendidos pela grande maioria dos autores como parte das reformas neoliberais das últimas décadas do século passado. Essa distinção é necessária por que, no Brasil, as relações de trabalho são rigidamente regulamentadas desde a promulgação da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT em 1943 e sempre foram precárias; 2º apresentar as relações de trabalho que se consolidaram a partir das transformações tecnológicas e organizacionais que tipificaram as últimas décadas do século XX e que transformaram os mercados de trabalho e, em consequência, as condições de trabalho e de vida dos trabalhadores.

  12. O trabalho da enfermagem: análise e perspectivas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Cardoso Kirchhof

    2003-12-01

    Full Text Available Este texto, ao considerar a enfermagem enquanto trabalho, evidencia, de início, uma perspectiva para desenvolvê-lo, ou seja,a de que somos capazes de transformar, pelo menos, o mundo da saúde no qual trabalhamos. Para tanto, proponho-me conhecê-lo enquanto um mundo do trabalho e de práticas de saúde que vem sendo, conforme discuto, historicamente determinadas. Tais práticas, dadas sua evolução, configuram-se no capitalismo como um serviço, o que lhes imprime um caráter especial nesse processo de produção. A enfermagem enquanto participante do trabalho coletivo da saúde desenvolve, contudo, um trabalho próprio, com o qual vem se definindo nesse contexto, a partir dos seus próprios processos de trabalho- de cuidar, de educar, de gerenciar; que, guardadas suas propriedades econômica, política e simbólica discutidas neste texto, poderão abrir as fissuras necessárias para a concretização cotidiana de um projeto que tome por referência o interesse do usuário do serviço de saúde, representado por suas necessidades de saúde.

  13. Representações Sociais acerca do Trabalho em Equipe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise de Aragão Fernandes dos Santos

    Full Text Available O trabalho em equipe é uma demanda das atuais organizações de trabalho. Este estudo identificou representações sociais acerca do trabalho em equipe em universidades no Rio de Janeiro. Uma fase inicial de evocação foi feita com 134 funcionários, que indicaram e ordenaram de três a cinco palavras a partir do termo indutor "trabalho em equipe". Na sequência, foram realizadas 14 entrevistas para aprofundamento das respostas. A abordagem de representações sociais escolhida foi a estrutural, de Jean Claude Abric e a análise foi feita com apoio do software EVOC.Os resultados indicam 393 palavras evocadas, sendo 187 distintas, cujo agrupamento por semelhança resultou em 105 palavras/expressões. Os resultados apontam como possíveis núcleos centrais as palavras "respeito", "união" e "cooperação". Os resultados foram discutidos à luz da literatura, sendo apresentadas contribuições do estudo para o avanço das pesquisas sobre equipes de trabalho.

  14. Estudo das habilidades adaptativas desenvolvidas por jovens com Síndrome de Down incluídos e não incluídos no mercado de trabalho

    OpenAIRE

    Gomes-Machado,Maria Luiza; Chiari,Brasilia Maria

    2009-01-01

    O objetivo deste artigo é apresentar a relação entre o desenvolvimento de habilidades adaptativas por pessoas portadoras de síndrome de Down (SD) e sua inclusão no mercado de trabalho. Este estudo analisou as habilidades desenvolvidas por pessoas incluídas e não incluídas no mercado de trabalho. A pesquisa revelou que as pessoas portadoras de habilidades adaptativas prévias são favorecidas na seleção para o trabalho, em detrimento das demais. Em seguida analisaremos tais resultados, confronta...

  15. Trabalho e síndrome da estafa profissional (Síndrome de Burnout) em médicos intensivistas de Salvador Professional Burnout Syndrome among intensive care physicians in Salvador, Brazil

    OpenAIRE

    Márcia Oliveira Staffa Tironi; Carlito Lopes Nascimento Sobrinho; Dalton de Souza Barros; Eduardo José Farias Borges Reis; Edson Silva Marques Filho; Alessandro Almeida; Almir Bitencourt; Ana Isabela Ramos Feitosa; Flávia Serra Neves; Igor Carlos Cunha Mota; Juliana França; Lorena Guimarães Borges; Manuela Barreto de Jesus Lordão; Maria Valverde Trindade; Marcelo Santos Teles

    2009-01-01

    OBJETIVO: Descrever a prevalência da Síndrome de Burnout em médicos intensivistas de Salvador, associando-a a dados demográficos e aspectos da situação de trabalho (demanda) psicológica e controle sobre o trabalho. MÉTODOS: Um estudo de corte transversal investigou a associação entre aspectos psicossocias do trabalho e a síndrome da estafa profissional em uma população de 297 médicos intensivistas de Salvador, Bahia. Um questionário individual autoaplicável avaliou aspectos psicossociais do t...

  16. Conhecimentos e práticas de adolescentes na prevenção de acidentes de trabalho: estudo qualitativo Knowledge and practices by adolescents in preventing occupational injuries: a qualitative study

    OpenAIRE

    Roberta Nagai; Ana Maria C Lefèvre; Fernando Lefèvre; Josiane Steluti; Liliane R Teixeira; Lílian C S Zinn; Nilson S Soares; Frida M Fischer

    2007-01-01

    OBJETIVO: Descrever conhecimentos e práticas adotados por estudantes do ensino médio na prevenção de acidentes de trabalho. DELINEAMENTO DO ESTUDO: O estudo foi realizado em uma escola pública, localizada no Município de São Paulo, em 2003. Participaram 53 estudantes do período noturno, com idades entre 14 e 21 anos, divididos em dois grupos: com e sem experiência de trabalho (32 e 21 adolescentes, respectivamente). Eles responderam a duas questões: "Por quê os acidentes de trabalho ocorrem?"...

  17. Modos de subjetivação femininos, família e trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Lopes de Almeida Amazonas

    Full Text Available Este artigo discute os modos de subjetivação femininos no mundo contemporâneo no contexto do trabalho e da família e problematiza o conceito de gênero tomando-o como relacional, plural, em uma tentativa de escapar à lógica binária. O artigo se baseia nos dados de uma pesquisa em que foram entrevistadas seis mulheres entre 25 e 35 anos de idade, de nível socioeconômico médio, cujas respostas foram submetidas à análise de conteúdo. Os resultados mostram mulheres que fazem parte de um contexto histórico que lhes endereça um discurso de sujeito autônomo e livre, que atribuem valor ao trabalho como profissão, mas que, ao mesmo tempo, são demandadas a atender as exigências de maridos e filhos no espaço privado. As múltiplas identidades que assumem requisitam posições de sujeito contraditórias, atravessadas pelas questões de gênero masculino/feminino que não mais dão conta de suas atuações no mundo. No entanto, simultaneamente, seus discursos indicam que as mulheres começam a buscar caminhos alternativos que as ajudem a superar essas relações dicotômicas.

  18. PARA ALÉM DO NOME QUE TEM: São Paulo, cidade do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Maria da Silva Blass

    Full Text Available Este artigo explora as representações identitárias relativas às diferentes cidades brasileiras, como expressão do jogo de rivalidades entre elas. Nesse sentido, põe em questão o discurso em torno da cidade de São Paulo que a considera, basicamente, como cidade do trabalho, a “locomotiva” do Brasil e, portanto, símbolo do desenvolvimento do país. Um dos objetivos principais seria mostrar que a noção de trabalho inventada na modernidade europeia ocidental modela o ideário sobre as cidades, como, por exemplo, o do Rio de Janeiro e de Salvador. Os cartões postais adquiridos, em setembro de 2002, respectivamente no Aeroporto de Congonhas, ao sair de São Paulo para a cidade do Rio de Janeiro, e ao embarcar, no Aeroporto Santos Dumont, para retornar a cidade de São Paulo, são concebidos, na análise aqui proposta, como metáforas visuais, e algumas composições musicais seriam metáforas sonoras. Constituem, assim, a sua principal fonte de dados.

  19. Fatores associados a acidentes de trabalho envolvendo trabalhadores informais do comércio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Andrade Rios

    2015-06-01

    Full Text Available O estudo objetivou estimar a incidência de acidentes de trabalho não fatais sobre trabalhadores informais do comércio e analisar os fatores associados a esses eventos quanto aos aspectos sociodemográficos, ocupacionais, condições laborais e de saúde. Realizou-se estudo transversal com 434 trabalhadores em área comercial do Município de Jequié, Bahia, Brasil, em 2013. A regressão logística foi utilizada para avaliar os possíveis fatores associados ao acidente. Estimou-se a incidência de acidentes de trabalho (nos últimos 12 meses em 32,3%, e a análise multivariada revelou maior chance de ocorrência de acidente entre trabalhadores do sexo masculino (OR = 1,61, jovens (OR = 4,62, comerciantes de carnes/frangos (OR = 9,55 e aqueles que apresentam alto esforço físico (OR = 1,71. Com a análise dos resultados, verifica-se a necessidade de políticas públicas voltadas para a prevenção de acidentes no setor informal comércio.

  20. As siglas em cores no Trabalho das passagens, de W. Benjamin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Willi Bolle

    1996-08-01

    Full Text Available Do que era para ser seu opus magnum, o Trabalho das passagens, concebido como uma história social da cidade de Paris no século XIX, W. Benjamin elaborou em 1938 um modelo, que ficou inacabado, mas do qual existe um plano de construção integral, reencontrado em 1981 na Bibliothèque Nationale da França. Com base no deciframento desses manuscritos, 80% inéditos, é apresentada aqui uma síntese do Modelo das passagens, em forma de uma constelação das 30 siglas em cores que simbolizam as 30 categorias construtivas. O trabalho se baseia na hipótese de que se trata de uma escrita esotérica com valores estéticos, semânticos e estruturadores próprios: recurso mimético destinado a ler o texto difícil da metrópole moderna. As siglas são analisadas sob sete aspectos: oficina de historiografia, escrita fisiognômica, visualização do tempo, história como cartografia, quadros de mentalidade, alegorização e radiografia de época. Atuando na intersecção entre tradições conceituais e pictográficas, as siglas constituem na historiografia um gênero de fronteira.

  1. As profissionais do sexo e a justiça do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Celeste Simões Marques

    2013-11-01

    Full Text Available O presente artigo tem por objetivo colocar em pauta a discussão acerca do reconhecimento de direitos trabalhistas as chamadas “profissionais do sexo”. Abordamos tal temática através do discurso jurídico, sem deixar de tratar, contudo, questões sociais que lhe são inerentes. Iniciaremos a partir da distinção doutrinária entre trabalho ilícito e trabalho proibido e faremos uso da CLT para identificar os elementos caracterizadores de uma relação empregatícia entre a prostituta e seu agenciador, e a sua inviabilidade atual, decorrente da tipificação imposta pelo Código Penal Brasileiro à prostituição subordinada. Por fim trazemos algumas decisões do Judiciário Trabalhista que reconhecem relação empregatícia para profissionais que exercem funções que, de alguma forma se relacionam à atividade prostitucional, evidenciando a dificuldade do Judiciário Trabalhista em reconhecer a Dignidade como primado de Direitos Humanos à esse conjunto de trabalhadoras frente a normatividade posta. Em última análise, a ausência de regulamentação da profissão acaba por alimentar uma cadeia de práticas ilícitas e de exploração humana que as reduz, inclusive, a condições análogas à de escravas.

  2. O trabalho familiar extrativista sob a influência de políticas públicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dalva Maria da Mota

    2014-01-01

    Full Text Available O artigo analisa a relação entre a organização do trabalho familiar no extrativismo e a participação em programas de políticas públicas no estado de Sergipe. Com abordagem predominantemente qualitativa, a pesquisa foi realizada com mulheres autodesignadas catadoras de mangaba e marisqueiras, reconhecidas como pertinentes ao segmento dos denominados povos e comunidades tradicionais e afiliadas ao Programa Bolsa Família (PBF, ao Seguro Desemprego do Pescador Artesanal (SDPA e ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA. A metodologia constou de observações e entrevistas com diferentes atores envolvidos na atividade extrativista e nos programas de políticas públicas. As principais conclusões mostram que os programas de políticas públicas influenciam: i na reorganização do cotidiano do trabalho no extrativismo, principalmente no tocante à diminuição do envolvimento de crianças e jovens na atividade e quanto à intensidade das jornadas; ii no reforço aos papéis tradicionais de homens e mulheres, no caso do PBF, e na diluição de fronteiras entre esses mesmos papéis no PAA; iii na diminuição do volume de trabalho no caso do SDPA e no aumento no PAA; e iv nos diferentes sentidos que são atribuídos ao trabalho.

  3. Papel da pós-graduação no desenvolvimento de competências: um trabalho sob a óptica dos mestres em administração

    OpenAIRE

    Nogueira, Maira Vasconcelos

    2007-01-01

    Nas últimas décadas o mercado de trabalho vem sofrendo significativas mudanças. Neste sentido, a criação de um novo cenário traz consigo transformações nas relações entre as pessoas, suas carreiras e a busca pelo crescente desenvolvimento. Este trabalho tem como objetivo identificar se existe relação entre o mestrado stricto sensu e o desenvolvimento das competências, verificando qual seria esta relação. Desta forma, o intuito da pesquisa é averiguar qual é o papel do mestra...

  4. O emprego sem carteira de trabalho no Brasil urbano

    OpenAIRE

    Renata Silveira Correa

    2010-01-01

    Resumo:Esta dissertação trata de uma das formas de informalidade do trabalho no Brasil: o emprego sem carteira de trabalho assinada. Seu objetivo é examinar o fenômeno da reprodução de empregos ilegais no país, que tem resistido a diminuir mesmo em situações de maior crescimento econômico e de tendência à formalização dos empregos. O estudo faz uma análise das principais mudanças na organização do trabalho e seus impactos sobre o emprego assalariado a partir da abertura da economia na década ...

  5. Estigma do nutricionista com obesidade no mundo do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kênya Lima de Araújo

    2015-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo analisa narrativas de nutricionistas mulheres, com obesidade e sua relação com o trabalho, a vida social e a obesidade. MÉTODOS: A abordagem qualitativa com entrevistas semiestruturadas apresenta análises na perspectiva hermenêutica das narrativas de 11 nutricionistas da cidade de Salvador, Bahia. RESULTADOS: A pesquisa revela que esses sujeitos vivem experiências de estigma e sofrimento no trabalho e em outras relações sociais. Elas são excluídas do trabalho porque a obesidade não é compatível com a atuação prescritora e normatizadora de corpos do nutricionista. CONCLUSÃO: O estudo expõe o conflito de estar obesa nessa categoria que representa o próprio antagonismo à obesidade.

  6. Cargas de trabalho encontrada nos coletores de lixo domiciliar

    OpenAIRE

    Madruga, Rosângela Batista

    2002-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. O presente estudo de caso foi realizado em uma empresa de coleta de lixo da grande Florianópolis, com objetivo de analisar as cargas de trabalho dos coletores de lixo domiciliar. Foi utilizado o recurso metodológico da Análise Ergonômica do Trabalho, cujo enfoque se deu através da Análise da Atividade e das condições de realização do trabalho, com propós...

  7. Saúde mental e trabalho: os problemas que persistem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leny Sato

    Full Text Available Este artigo toma por objeto a Saúde Mental e Trabalho como uma subárea do campo da Saúde do Trabalhador. Parte da constatação de que os problemas de saúde mental e trabalho, já identificados em meados da década de 1980, persistem. Após retomar a taxonomia de tais problemas, busca evidenciar algumas de suas expressões atuais a partir da assistência e da vigilância em saúde do trabalhador, bem como pela perspectiva de alguns sindicatos mais atentos à questão. Para tal, toma como ponto de partida o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CRST de Campinas. Por fim, pontua algumas características do trabalho no contexto atual para compreender as motivações dessa persistência.

  8. O trabalho individualizado: da venda à dádiva Individualized labor: from sale to gift

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hermano Roberto Thiry'Cherques

    2007-08-01

    Full Text Available Este artigo estabelece um paralelo entre a categoria da dádiva, tal como definida por Marcel Mauss, e as estruturas relacionais do trabalho. Com base em pesquisa realizada junto a 122 organizações públicas e privadas, de diversos setores da economia, foi possível identificar: a superação da estrutura do trabalho em equipe (teamwork e a prevalência de uma estrutura que privilegia o trabalho individualizado. A partir dessa constatação, o artigo discute a possibilidade de que o sistema de compra-venda do trabalho fragmentado esteja sendo substituído pelo sistema da dádiva-reconhecimento do trabalho individualizado. A pesquisa cujos resultados são comentados neste artigo indica que esse movimento não é fruto de uma evolução ou de uma circunstância momentânea, mas de uma mutação. Na tentativa de sobreviver às pressões do mercado, as organizações se encontraram na contingência de impor uma mudança radical na gestão de seus ativos. Como decorrência, a maneira como os recursos humanos são contratados, utilizados e descartados se alterou. A forma estrutural do trabalho-mercadoria vendido fragmentariamente se viu substituída pela estrutura em que o resultado do trabalho em lotes e frações integrais é transacionado contra recompensas que transcendem a simples remuneração.This article establishes a parallel between the theory of gift exchange, as expounded by Marcel Mauss, and structural relationships in the workplace. Based on research conducted in 122 public and private organizations, in various sectors of the economy, it was possible to identify: the obsolescence of the teamwork structure and the prevalence of a structure that favors individualized labor. Based on this premise, the article discusses the possibility that the system of purchase-sale of fragmented labor is in the process of being replaced by the system of gift-recognition of individualized labor. The results of a research discussed in this article reveal

  9. Violência relacionada ao trabalho: uma proposta conceitual Work-related violence: a conceptual proposal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberval Passos de Oliveira

    2008-12-01

    Full Text Available O aumento de situações de violência no âmbito do trabalho vem se constituindo um importante problema de Saúde Pública, que tem impacto na dignidade e na qualidade de vida dos trabalhadores. Nessa perspectiva, este artigo tem como objetivo propor, a partir da discussão do fenômeno da violência e de sua faceta concernente ao trabalho, o conceito de violência relacionada ao trabalho, como referência para futuros estudos no campo da Saúde do Trabalhador. Trata-se de um artigo conceitual de síntese, no qual se buscou problematizar a questão da violência e suas interfaces com o conceito de poder, a fim de elaborar uma definição capaz de abarcar a diversidade e a complexidade da relação entre trabalho e violência, além de se mostrar suficientemente abrangente para incorporar a riqueza das discussões acumuladas no campo, sem perder a possibilidade de ser operativo. Argumentamos que a proposição do conceito de violência relacionada ao trabalho poderá evitar mal-entendidos provocados pelo uso de termos como violência do trabalho e violência no trabalho, além de instrumentalizar a produção de conhecimentos que fundamentem a elaboração de diagnósticos mais precisos sobre a condição do trabalhador brasileiro, e, consequentemente, a formulação de políticas de combate à violência e de promoção da cidadania.The increase of violence situations in the work environment is becoming an important Public Health problem, with impacts on workers' dignity and quality of life. In this perspective, the present article aims to propose the concept of work-related violence, as a reference for future studies in the field of Workers' Health starting from a discussion of the violence phenomenon and its work-related facet. This is a conceptual synthesis article, in which we have tried to look at the issue of violence and its interfaces with the concept of power, in order to build a definition able of embracing the diversity and

  10. Significado do trabalho dos profissionais de enfermagem no hospital geral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    FRANCISCA DE MELO BESERRA

    2010-12-01

    Full Text Available Objetivo: objetivou-se analisar como os profissionais de enfermagem expressam seus sentimentos e reações no trabalho. Métodos: estudo descritivo, de abordagem qualitativa. Foi realizado no período de julho a setembro de 2008 em um hospital público na cidade de Fortaleza, Ceará (Brasil. Os participantes foram 22 profissionais de enfermagem: 10 enfermeiras e 12 técnicos. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição. Para a coleta das informações, utilizamos entrevistas individuais, com roteiro semiestruturado. Resultados: as respostas foram categorizadas em: significado do trabalho na sala de recuperação e unidade de terapia pós-operatória; fatores que interferiram na saúde física e psíquica dos profissionais de enfermagem e fatores que influenciaram no desempenho profissional. Discussões: o cotidiano do trabalho na terapia intensiva foi avaliado como estressante, mas prazeroso. O sofrimento físico, expresso pela carga de trabalho, foi relatado pelas dores em seus corpos. Os fatores do ambiente que influenciam no desempenho profissional foram: falta de material, barulho dos equipamentos e fatores ergonômicos. Conclusões: O trabalho, em terapia intensiva, suscita um debate que não é novo, mas desperta para a implementação de estratégias defensivas ao estresse. O estudo possibilitou criarmos espaços para acolhimento e escuta dos profissionais de enfermagem, com vistas à redução do sofrimento físico e psíquico no trabalho.

  11. Considerações sobre o transtorno depressivo no trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gonçalo Glauco Justino Silva

    Full Text Available O presente artigo teve por objetivo tecer considerações sobre os transtornos ou episódios depressivos relacionados ao trabalho, visando fomentar reflexões e facilitar uma maior compreensão sobre a temática. O texto também discorre brevemente sobre algumas condições do contexto de trabalho que podem favorecer o surgimento de episódios depressivos em trabalhadores que estão expostos a tais condições. Para o cumprimento dos objetivos propostos, recorremos à literatura pertinente ao assunto, utilizando, preferencialmente, fontes primárias e secundárias, tanto nacionais quanto internacionais, considerando-se o período de 1984-2008. Consideramos que, à medida que conhecermos melhor as atividades de trabalho, haverá como compreender as vivências subjetivas dos trabalhadores e, dessa forma, surgirão possibilidades mais concretas de torná-las objetivas, facilitando o entendimento da complexa relação saúde mental e trabalho. Essa relação, se tratada de maneira multiprofissional, mostrará que é possível trabalhar sem que isso traga prejuízos para a saúde do homem, dependendo, portanto, da forma e das condições da organização desse trabalho. Cabe às organizações reverem não apenas as condições ambientais e organizacionais disfuncionais do trabalho, mas, sobretudo, seus modelos de gestão, viabilizando práticas que favoreçam a saúde de seus membros.

  12. O trabalho da enfermagem: análise e perspectivas

    OpenAIRE

    Kirchhof,Ana Lúcia Cardoso

    2003-01-01

    Este texto, ao considerar a enfermagem enquanto trabalho, evidencia, de início, uma perspectiva para desenvolvê-lo, ou seja,a de que somos capazes de transformar, pelo menos, o mundo da saúde no qual trabalhamos. Para tanto, proponho-me conhecê-lo enquanto um mundo do trabalho e de práticas de saúde que vem sendo, conforme discuto, historicamente determinadas. Tais práticas, dadas sua evolução, configuram-se no capitalismo como um serviço, o que lhes imprime um caráter especial nesse processo...

  13. Notas sobre o trabalho e seu contexto social

    OpenAIRE

    Filenga, Douglas; Universidade Metodista de São Paulo; Vieira, Almir Martins; Universidade Metodista de São Paulo

    2012-01-01

    Este artigo tem por objetivo refletir sobre o trabalho enquanto realidade histórica socialmente construída, assumido como provedor de sustento e caminho para a provável aceitação do homem por parte da sociedade. Resgata-se a evolução histórica da ideia de trabalho, desde as primeiras atividades laborais caracterizadas pelo improviso e pelas rústicas atividades artesanais, perpassando pela Revolução Industrial, até o contexto do século XXI, permeado tanto pelo desenvolvimento e aplicação de no...

  14. A categoria trabalho na obra de Marilda Iamamoto

    OpenAIRE

    Teixeira, Elaine de Almeida Wantil

    2014-01-01

    A presente pesquisa trata da apreensão da categoria trabalho na obra de Marilda Iamamoto, bem como sua formulação a respeito do trabalho profissional de Serviço Social, com base na fundamentação teórica desta categoria. Utiliza-se como fonte de pesquisa as obras publicadas pela autora e como apoio fundamental a clássica literatura de Karl Marx, além de outros autores de tradição marxista, visando dissertar sobre o fundamento filosófico e forma social da categoria estudada. Busca-se contemplar...

  15. Engagement no Trabalho em Residentes Médicos de Pediatria

    OpenAIRE

    Teixeira, Priscila Regina; Lourenção, Luciano Garcia; Gazetta, Cláudia Eli; Gonsalez, Elizangela Gianini; Rotta, Daniela Salvagni; Pinto, Maria Helena; Peres, Lilian; Beretta, Denise

    2017-01-01

    RESUMO Objetivos Avaliar os índices de engagement no trabalho em residentes médicos de Pediatria. Métodos Amostra composta por 36 profissionais matriculados no programa de residência médica em Pediatria da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto no ano de 2013. Os dados foram coletados de setembro de 2013 a fevereiro de 2014, utilizando-se a Utrecht Work Engagement Scale (Uwes) – Escala Utrecht de Engajamento no Trabalho –, composta por 17 itens de autoavaliação com três dimensões,...

  16. Coping, fatores psicossociais e capacidade para o trabalho

    OpenAIRE

    Ramos, Marco António Ferreira

    2014-01-01

    O coping desempenha um importante papel na saúde individual e rendimento organizacional. Tal como o coping é um tema de interesse recente e promissor na área da psicologia da saúde ocupacional, também os fatores psicossociais do trabalho têm ganho um crescente interesse no domínio da saúde ocupacio-nal. No entanto, pouco se sabe acerca das configurações de coping mais salu-togénicas no mundo do trabalho, e menos ainda acerca da participação dos fatores psicossociais na definição das mesmas. E...

  17. Trabalho decente e responsabilidade social empresarial nas cadeias produtivas globais

    OpenAIRE

    Jacques, Caroline da Graça

    2015-01-01

    Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, Florianópolis, 2015. As cadeias produtivas globais, no bojo dos processos das reformas liberalizantes, têm promovido alterações no estatuto do trabalho tanto nos países desenvolvidos como nos países em via de desenvolvimento. Os processos de terceirização e quartecerização da força de trabalho impõem novos desafios para o protagonismo sindical...

  18. O JOVEM NO MERCADO DE TRABALHO NO PONTAL DO PARANAPANEMA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaís Helena dos Santos

    2012-07-01

    Full Text Available O tema sugerido para esse teve origem em decorrência de uma inquietação nossa de tentar compreender como se dá a dinâmica do trabalho sob o olhar do jovem, mais precisamente sobre suas expectativas de exercer funções laborais, diante da necessidade de sua própria manutenção e da família, e também relacionadas ao prisma da realidade que o mundo do trabalho lhes oferece.

  19. Paradoxos do trabalho associado The paradoxes of associated work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacob Carlos Lima

    2009-01-01

    Full Text Available Este artigo visa discutir a heterogeneidade do trabalho associado em cooperativas e empresas autogestionárias, e dois de seus paradoxos originários: integração ou alternativa ao mercado capitalista, e trabalho autônomo ou subordinado. Apresentamos alguns dilemas enfrentados pelo trabalho associado a partir de experiências concretas que refletem contextos, lugares, possibilidades e limites. Mais que uma forma de trabalho atípico ante o trabalho assalariado regular, o trabalho associado apresenta peculiaridades que refletem a própria dinâmica recente do capitalismo flexível e sua busca constante por redução de custos. Procura-se discutir as cooperativas e empresas autogestionárias em sua positividade como possibilidade efetiva de autonomia dos trabalhadores; em sua negatividade, como resultante da precarização entendida como perda de direitos sociais vinculados ao trabalho; e, numa terceira perspectiva, como alternativa de inserção social para trabalhadores excluídos ou nunca inseridos no mercado de trabalho formal.This article seeks to discuss the heterogeneity of associated work in cooperatives and self-management companies and their two inherent paradoxes: integration with or an alternative to the capitalist market, and autonomous or subordinated work. I examine various dilemmas faced by associated work on the basis of concrete experiences that reflect contexts, places, possibilities and limits. More than simply an atypical variant of work diverging from normal wage labour, associated work presents peculiarities that reflect the recent dynamics of flexible capitalism and its constant pursuit of cost reduction measures. The article discusses various positive aspects of worker cooperatives and self-management companies, including the possibility of promoting workers' autonomy, the negative aspects arising from the instability caused by the loss of social rights linked to the work, and finally, from a third perspective, their

  20. Perspectivas aos "novos designers de moda" no mercado de trabalho

    OpenAIRE

    Venturelli, Valéria Gomes Denelle

    2010-01-01

    Este trabalho tem como objetivo investigar os jovens que escolhem o curso de Negócios da Moda (com o foco em criação) na Universidade Anhembi Morumbi que conseguem trabalhar nessa área quando se formam e como é este processo. Sabemos que isto engloba entender de que forma a produção criativa desse novo designer de moda é assimilada pelo mercado de trabalho. Uma primeira entrevista foi realizada com o intuito de identificar o grupo de 33 alunos que optaram pelo curso de Negócios da Moda na Uni...

  1. A guerra sertaneja do Contestado: observações críticas em torno de dois trabalhos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Boris Fausto

    1966-12-01

    Full Text Available O episódio do movimento messiânico do Contestado, que se desenrolou sobretudo na região limítrofe do Paraná e Santa Catarina, entre 1912-1916, foi objeto de dois trabalhos que tem particular significação: La Guerre Sainte au Brésil: Le Mouvement Messianique du "Contestado", de Maria Isaura Pereira de Queiroz e Messianismo e Conflito Social, de Maurício Vinhas de Queiroz (1 .

  2. TRABALHO PRISIONAL E VULNERABILIDADE SOCIAL: IMPACTOS NA VIDA DOS EGRESSOS DO SISTEMA CARCERÁRIO EM DOIS EXTREMOS DO BRASIL

    OpenAIRE

    Couto, Otávio Luís Siqueira

    2011-01-01

    A problemática prisional representa um dos maiores desafios a serem enfrentados pelas políticas sociais e penitenciárias. O trabalho prisional, por constituir-se como um ponto de convergência entre inúmeros propósitos distintos conferidos contemporaneamente à pena de prisão, reúne, dentre outros significados, aqueles que se direcionam para o seu entendimento como instrumento protagonista de intervenção transformadora na vida dos condenados. Não obstante as eventuais ambigü...

  3. Limiar anaeróbico: comparação entre os métodos directos e indirectos em nadadores de alta competição Portugueses(+(+ Trabalho apresentado sob forma de comunicação oral no II Congresso Hispano-Luso de Pneumologia. Sevilha, 21 de Abril de 1993 econcorrente ao Prémio Thomé Villar 1993 (Secção B. da SPPR.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília Longo

    1995-01-01

    resultados do nosso trabalho levam-nos a concluir que, ou o valor do ATL é superior ao convencionado classicamente em indivíduos treinados, ou então não há sobreposição entre o ATL e o ATV. ABSTRACT: We compare the ventililtory threshold (ATV with a 4 mmol/1 of the lactatemie (ATL during a progressive maximal shedule. Lactates were determined by the enzymatic method. ATV determination was done by two independent observers.We studied 23 portuguese elite swimmers, with an average training of 15 hours/week; 16 were male and 7 female. Mean age was 15.8 ±2.5 years old. When we compared cardiorespiratory parameters and load at the level of ATL and ATV, we found statistical significance in the following parameters:• p<0.01: the total load, the load/ kg of weight, heart frequency and• p<0.05: the minute ventilation, the VCO2, the relation of VO2 at AT and VO2 maximum in pourcentage, the respiratory ratio (QR.We conclude that in trained swimmers there are no superposition between ATL and ATV. Key-words: lactates, anaerobic threshold, ventilatory threshold, swimmers, Palavras-chave: lactatos, limiar anaeróbico, limiar ventilatório, nadadores

  4. Entre revelar e esconder: pais e filhos em face da descoberta da homossexualidade

    OpenAIRE

    Soliva, Thiago Barcelos; Silva Junior, João Batista da

    2014-01-01

    Este trabalho trata da relação entre pais e filhos quando diante da situação social da descoberta da homossexualidade. Foram ouvidos 20 jovens brasileiros do sexo masculino entre 18 e 24 anos de idade, universitários, de camadas médias e que se autoidentificam como homossexuais. Privilegiamos conhecer as experiências vividas por esses jovens no sentido de assumir a homossexualidade em casa. O reconhecimento da homossexualidade pelos familiares e, sobretudo, entre eles mesmos movimenta nesses ...

  5. Conversação eletrônica em trabalhos de arte e tecnologia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Oliveira Nunes

    2013-12-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1807-9288.2013v9n2p76 Este artigo propõe uma reflexão em torno das dinâmicas de conversação eletrônica presentes em trabalhos de arte e tecnologia. Estas produções possuem sistemas que respondem a sentenças de seus interlocutores com proposições inteligíveis, dentro da ideia de uma linguagem natural, imitando uma conversa entre humanos. Essa conversação pode ser por texto ou mesmo por voz, quando o sistema possui recursos de reconhecimento de fala. Quando fruídos estes trabalhos revelam um interessante fenômeno, chamado de “Efeito Eliza”: a tendência humana de antropomorfizar os dispositivos tecnológicos, lendo comportamentos e respostas como resultados de uma “emoção humana” ainda que estes sejam apenas resultados aleatórios, repetitivos ou mesmo vazios de sentido. A denominação remete ao programa Eliza, apresentado em 1966 pelo cientista da computação alemão Joseph Weizenbaum nos Estados Unidos, que viria a ser um dos programas de Inteligência Artificial mais conhecidos do mundo. Do ponto de vista técnico, alguns destes trabalhos se aproximam muito da engenharia dos chatbots – robôs de conversação – que atualmente são bastante comuns na rede Internet para fins educacionais, comerciais ou mesmo, de entretenimento, como um “amigo virtual”. Neste contexto, é apresentada uma suposta teleperformance, capitaneada por um “artista tecnológico” chamado Mimo Steim. Assim como outras incursões do gênero, a ação envolve o potencial relacional de sistemas de conversação eletrônica em trabalhos de arte e tecnologia.

  6. O trabalho do impróprio e os afetos da flexibilização = The labor of improper and the affections of flexibilization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Safatle, Vladimir Pinheiro

    2015-01-01

    Full Text Available Trata-se de discutir a centralidade do trabalho como categoria de reconhecimento através da problematização de sua natureza disciplinar. Isto nos levará a um duplo movimento: primeiro, a categoria de trabalho em Marx será relida à luz não apenas da temática da espoliação econômica da mais-valia, mas também da espoliação psíquica das relações de estranhamento (unheimlichkeit entre sujeito e objeto; segundo, as modificações recentes no mundo do trabalho e as modalidades de sofrimento psíquico a elas associadas serão interpretadas a partir do impacto social de tal forma de espoliação

  7. Escolaridade e inserção no mercado de trabalho Schooling and labor market entry

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Eugenia Letelier G.

    1999-07-01

    Full Text Available Este artigo pretende situar a relação entre escolaridade e inserção no mercado de trabalho num período marcado pelo impacto das transformações produtivas (1988 e 1995, a partir da análise de dados do mercado de trabalho e escolaridade da População Economicamente Ativa - PEA - referentes à Grande Santiago (Chile e Grande São Paulo (Brasil. Considera-se que, nesse período, foi elaborado um discurso que ressaltava o valor econômico da educação, sem suficiente sustentação empírica que ajudasse a verificar como a população é afetada pela dinâmica do mercado de trabalho e pelo aumento da oferta do sistema educacional. A competitividade internacional como meta é tida como tendência que dificulta a identificação das condições estruturais em que está inserida a relação entre educação e trabalho não permitindo, assim, conhecer a dinâmica dos atores sociais que se confrontam numa sociedade que constrói consensos excludentes em relação a numerosos setores. Para estes um maior nível educacional não assegurará melhores condições de vida enquanto não se modificarem as desigualdades originadas na estrutura do mercado de trabalho, pois justamente nesse período de transformações estão sendo geradas novas segmentações que tendem a aprofundar a desigualdade.This article discusses the relationship between schooling and entry into the labor market during a period marked by the impact of production transformations (1988 and 1995, analyzing data on the labor market and educational levels of the Economically Active Populations in Greater Santiago (Chile and Greater São Paulo (Brazil. In this period, a discourse was developed highlighting the economic value of education, but in had insufficient empirical support to help verify how the population is affected by labor market dynamics and increased accessibility of the educational system. As a goal, international competitiveness is viewed as a tendency which makes it

  8. QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO E NÍVEIS HIERÁRQUICOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alyne Neves da Silva

    2012-04-01

    Full Text Available Objetivou-se identificar e analisar como as dimensões econômica, política, psicológica e sociológica de qualidade de vida no trabalho – QVT (WESTLEY, 1979 são percebidas pelos colaboradores de diferentes níveis hierárquicos (estratégico, tático e operacional em uma indústria. Fundamentou-se na área do comportamento organizacional para investigar a presença ou não de diferenças perceptivas entre três subgrupos organizacionais sobre a QVT. Realizou-se um survey descritivoquantitativo (BABIE, 2001. Os resultados evidenciam que a QVT é percebida diferentemente entre os níveis hierárquicos. Semelhante ao que ocorre com os estudos de cultura e clima organizacional, os dados indicam a existência de subQVT no plano intraorganizacional. Como consequência, a discussão e análise da QVT no contexto organizacional não pode ser pensada apenas de forma única e pela lógica da integração, mas também pela lógica da diferenciação e da fragmentação, em que diferentes subgrupos organizacionais percebem a QVT distintamente.

  9. Qualidade de vida no trabalho e burnout em trabalhadores de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Rodrigues Costa Schmidt

    2013-02-01

    Full Text Available Estudo descritivo, correlacional, de corte transversal, cujos objetivos foram avaliar a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT e a presença da Síndrome de Burnout entre profissionais de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva. Compuseram a amostra 53 trabalhadores de enfermagem de um hospital escola do interior do Paraná, Brasil. Utilizou-se para a coleta de dados: instrumento de caracterização sócio-demográfica e profissional, Escala Visual Analógica para QVT e o Maslach Burnout Inventory (MBI. A coleta de dados ocorreu entre abril e agosto de 2009. Predominaram auxiliares de enfermagem (52,8%, do sexo feminino (66,0%, casados (67,9%, com idade média de 42,4 anos. A média de QVT para o total da amostra foi de 71,1 (D.P.=15,5, demonstrando uma avaliação satisfatória para essa medida. As dimensões Exaustão Emocional, Despersonalização e Realização Profissional obtiveram média de 11,4 (DP=7,7, 4,6 (DP=4,1 e 25,0 (DP=5,9, respectivamente, enquanto a medida de QVT somente obteve associação estatisticamente significante com a dimensão Exaustão Emocional (p=0,000.

  10. Os Impedimentos da Atividade de Trabalho do Professor na EAD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alda Karoline Lima da Silva

    Full Text Available Resumo O estudo apresenta uma análise clínica dos impedimentos da atividade de trabalho do professor na Educação a Distância (EAD sob a ótica da abordagem teórico-metodológica da Clínica da Atividade (CA. Ser professor na EAD é uma atividade recente, comparada à modalidade presencial, na qual as atividades de trabalho são reconfiguradas tanto do ponto de vista técnico-instrumental quanto didático-pedagógico. A fim de estudar os impedimentos dessas atividades utilizamos a técnica da Instrução ao Sósia (IaS para uma coanálise da atividade de trabalho. A análise da atividade de trabalho apontou diferentes formas de vivenciar os espaços de docência. As mudanças que a EAD produziu na atividade dos professores os convocaram a um acesso mais profundo das orientações genéricas da profissão, de modo a contribuir para revitalizações do fazer docente, não necessariamente atrelado ao uso do modelo presencial como um guia, pois replicar o modelo presencial para EAD não seria garantia do sucesso da atividade do professor na EAD.

  11. TRABALHO, EMPREGO, PRECARIEDADE: dimensões conceituais em debate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Beckenkamp Vargas

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivo discutir conceitualmente a noção de precariedade do trabalho, tendo em vista que ela é amplamente utilizada na sociologia, sem que um significado preciso seja formulado. Propõe-se uma abordagem relacional e construtivista, que procura articular as condições objetivas e subjetivas de produção do fenômeno em questão. Para tanto, parte-se do debate sobre o conceito de trabalho, a fim de melhor definir em que consiste sua precariedade. Argumenta-se, igualmente, a necessidade de situar esse debate no âmbito de quadros teóricos mais amplos de interpretação sociológica. Identificam-se duas dimensões cruciais na análise da precariedade do trabalho, a relação de emprego ou trabalho e a atividade laboral propriamente dita, discutindo-se exemplarmente as perspectivas teóricas de dois autores franceses especialmente interessados nesse tema: Robert Castel e Serge Paugam. Finalmente, discutem-se algumas implicações desse debate para a realidade brasileira, sustentando-se a importância de dar um tratamento multidimensional ao fenômeno.

  12. FADIGA E ASPECTOS ERGONÔMICOS NO TRABALHO DE ENFERMAGEM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Yvone Chaves Mauro

    1976-12-01

    Full Text Available RESUMO As autoras mostram a importância do Curso de "Enfermeiro do Trabalho" que despertou nas mesmas o interesse pelos estudos de problemas relacionados ao trabalho desse profissional, para observar e detectar riscos efetivos a que está exposto o pessoal de enfermagem no exercício de sua profissão, com a finalidade de prevenir, minimizar ou corrigir os riscos. Enfatizam também a ausência de higiêne e segurança do trabalho nas áreas de atuação da enfermagem. Referem-se à falta de adaptação das disposições legislativas às características intrinsecas do trabalho desse profissional, e do meio em que se realiza - Hospital - Casa de Saúde Particular - Escolas, Industrias e Saúde Pública, onde se encontra uma gama de riscos que clamam por uma série de medidas, não só por parte do Governo, como das instituições representativas de empregadores, das instituições de enfermagem e das próprias enfermeiras/os. Lembram ainda a importância do lazer e da higlêne mental à ser observada pelas/os enfermeiras/os.

  13. Somatização e sofrimento no trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oliveira, Nildete Terezinha

    2003-01-01

    Full Text Available O sofrimento no trabalho e sua relação com a somatização, baseia-se na metodologia da Psicodinâmica do Trabalho de Christophe Dejours. A má qualidade nas relações de confiança, de cooperação, de reconhecimento, associada à fragmentação e à rigidez na organização do trabalho são causadores de sofrimento, sendo a somatização (a doença uma saída individual na tentativa de suportar esse sofrimento. O trabalho passa a ser o mediador da passagem do sofrimento para o prazer, quando ocorre o espaço aberto de discussão e são respeitadas a singularidade e a subjetividade de cada um, possibilitando a construção de relações mais satisfatórias

  14. Carga horária de trabalho dos enfermeiros de emergência e sua relação com estresse e cortisol salivar

    OpenAIRE

    Rita de Cássia de Marchi Barcellos Dalri

    2013-01-01

    Objetivo: Analisar a existência de correlações entre carga horária de trabalho com níveis de estresse ocupacional, reações fisiológicas do estresse e níveis de cortisol salivar, entre enfermeiros atuantes em unidade de emergência hospitalar. Metodos: Estudo descritivo, correlacional, transversal, de abordagem quantitativa, realizado na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, sendo a coleta de dados realizada no segundo semestre de...

  15. Os processos grupais e a gestão de equipes no trabalho contemporâneo: compreensões a partir do pensamento complexo

    OpenAIRE

    Kaspary, Magda Capellão; Seminotti, Nedio Antonio

    2012-01-01

    Neste artigo, propomos algumas reflexões sobre possíveis aproximações e distanciamentos entre os saberes sobre os processos grupais e gestão de equipes. Ainda que os conhecimentos sobre processos grupais e gestão de equipes estejam muito distanciados e pertençam a áreas do conhecimento diferentes, a saber, a psicologia e a administração, entendemos que pontes podem ser estabelecidas entre ambos, uma vez que, sejam grupos ou equipes, estamos falando de pessoas em relação de vida e de trabalho....

  16. Risco de distúrbios psiquiátricos menores em área metropolitana na região Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Marinho Souza

    1998-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever e analisar as características associadas ao risco de ocorrência de distúrbios psiquiátricos menores para a categoria de motoristas e cobradores de ônibus urbanos na cidade de São Paulo (Brasil, em 1990. METODOLOGIA: Estudou-se a prevalência dos distúrbios psiquiátricos menores (DPM em uma amostra de 925 motoristas e cobradores, controlando e identificando as variáveis de confundimento existentes, através da análise de regressão logística, utilizando-se um modelo progressivo, passo a passo. RESULTADOS: Observou-se uma prevalência de DPM de 20,3% no conjunto dos dois grupos de trabalhadores, sendo significativamente maior entre os cobradores (28% do que entre os motoristas (13% (p < 0,0001. A análise de regressão logística mostrou o trânsito intenso (or = 1,99; com intervalo de confiança de 95% = 1,39-2,84 e a condição ocupacional de cobrador (or = 1,84; ic95% = 1,09-3,10 como os fatores de maior risco para os DPM. Além desses, mostraram-se fatores de risco, o déficit de sono (dormir menos que 6 horas diárias, o absenteísmo, utilização de banco sem mecanismos de regulagem, migração da região Nordeste e alterações na escala de trabalho. CONCLUSÕES: O risco para a categoria ocupacional cobrador sugere a importância deste trabalho específico como determinante do sofrimento psíquico, levando a considerar-se a relação com os passageiros como um possível fator de risco, pois esta é nuclear no trabalho do cobrador. Recomenda-se a realização de novos estudos que busquem entender melhor a relação com os passageiros, a especificidade do trabalho do cobrador e do motorista e seus problemas de saúde, de modo a subsidiar-se mudanças na organização do trabalho do sistema.

  17. Risco de distúrbios psiquiátricos menores em área metropolitana na região Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Souza Maria de Fátima Marinho

    1998-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever e analisar as características associadas ao risco de ocorrência de distúrbios psiquiátricos menores para a categoria de motoristas e cobradores de ônibus urbanos na cidade de São Paulo (Brasil, em 1990. METODOLOGIA: Estudou-se a prevalência dos distúrbios psiquiátricos menores (DPM em uma amostra de 925 motoristas e cobradores, controlando e identificando as variáveis de confundimento existentes, através da análise de regressão logística, utilizando-se um modelo progressivo, passo a passo. RESULTADOS: Observou-se uma prevalência de DPM de 20,3% no conjunto dos dois grupos de trabalhadores, sendo significativamente maior entre os cobradores (28% do que entre os motoristas (13% (p < 0,0001. A análise de regressão logística mostrou o trânsito intenso (or = 1,99; com intervalo de confiança de 95% = 1,39-2,84 e a condição ocupacional de cobrador (or = 1,84; ic95% = 1,09-3,10 como os fatores de maior risco para os DPM. Além desses, mostraram-se fatores de risco, o déficit de sono (dormir menos que 6 horas diárias, o absenteísmo, utilização de banco sem mecanismos de regulagem, migração da região Nordeste e alterações na escala de trabalho. CONCLUSÕES: O risco para a categoria ocupacional cobrador sugere a importância deste trabalho específico como determinante do sofrimento psíquico, levando a considerar-se a relação com os passageiros como um possível fator de risco, pois esta é nuclear no trabalho do cobrador. Recomenda-se a realização de novos estudos que busquem entender melhor a relação com os passageiros, a especificidade do trabalho do cobrador e do motorista e seus problemas de saúde, de modo a subsidiar-se mudanças na organização do trabalho do sistema.

  18. Processo de trabalho e acidentes de trabalho em coletores de lixo domiciliar na cidade do Rio de Janeiro, Brasil The labor process and work-related accidents among garbage collectors in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Pimenta Velloso

    1997-10-01

    Full Text Available O presente trabalho descreve o processo de trabalho da coleta de lixo domiciliar visto pelo próprio trabalhador. A unidade específica de análise foi o grupo de trabalhadores da Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro (COMLURB lotados na gerência de limpeza leste (LGL-3, no bairro do Rio Comprido. A metodologia utilizada baseou-se na recuperação da vivência do trabalhador sobre o seu trabalho, acrescida da observação do pesquisador, registrada em vídeo. Entre os riscos identificados no processo da coleta de lixo, destacam-se: mecânicos (cortes, ferimentos, atropelamentos, quedas graves, ergonômicos (esforço excessivo, biológico (contato com agentes biológicos patogênicos, químico (substâncias químicas tóxicas e sociais (falta de treinamento para o serviço.This study describes the work performed by garbage collectors in the Rio de Janeiro City Street Cleaning Company (COMLURB (Rio Comprido division and its consequences for their health. Data were collected through interviews and on-site video documentation. A detailed description of the work process was performed. In addition, we analyzed the workers' reports of their lifetime experience with job-related risks and accidents.

  19. Cenários da agressão no trânsito: a percepção que as pessoas têm de um motorista agressivo Escenarios de agresión en el tránsito: la percepción que las personas tienen de un conductor agresivo Aggression scenes in road traffic: people's perception of an aggressive driver

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdiney V. Gouveia

    2008-03-01

    Full Text Available Este estudo objetivou conhecer a percepção que as pessoas têm de um motorista agressivo e as causas atribuídas ao seu comportamento. Participaram 389 estudantes universitários, a maioria mulheres (53,8%. Estes leram os cenários de agressão no trânsito, indicando sua opinião acerca do motorista agressor (civilidade e rusticidade e de suas motivações (interna e externa para agir com agressividade. Posteriormente, responderam o Questionário de Agressão de Buss-Perry e a perguntas demográficas. Os resultados indicaram o motorista agressor percebido como pessoa de mais rusticidade do que delicadeza e urbanidade; contudo, na percepção dos participantes, o comportamento deste foi considerado conforme o tipo de motivação. Os respondentes com maior pontuação em agressão verbal e agressão física tenderam a minimizar a conotação negativa do comportamento do motorista agressor. Finalmente, seu comportamento foi julgado como mais internamente determinado quando se tratava de alguém do sexo masculino e jovem. Estes resultados são consistentes com os da literatura.Este estudio buscó conocer la percepción que las personas tienen de un conductor agresivo y las causas atribuidas a su conducta. Participaron 389 estudiantes universitarios, en su mayoría mujeres (53.8%. Ésos leyeron escenarios de agresión en el tránsito, indicando su opinión con respecto al conductor agresor (civilidad y rusticidad y sus motivaciones (interna y externa para accionar con agresividad. Posteriormente, contestaron al Cuestionario de Agresión de Buss-Perry y a preguntas demográficas. Los resultados indicaron que el conductor agresor fue percibido como una persona de más rusticidad, que delicadeza y civilidad; sin embargo, en la percepción de los participantes, el comportamiento de éste fue considerado conforme con el tipo de motivación. Los respondientes con mayor puntaje en agresión verbal y agresión física tuvieron la tendencia a minimizar la

  20. Trabalho e ferrovia: cotidiano do trabalho dos ferroviários na cidade de Parnaíba-PI, 1950-1990.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lêda Rodrigues Vieira

    2015-05-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é mostrar a trajetória profissional de ferroviários que trabalharam na Estrada de Ferro Central do Piauí, ferrovia que teve seu primeiro trecho de 24 km inaugurada em 1916, atendendo a população da região norte do Estado até os anos 1980. Nesse sentido, tomaram-se como principais fontes as entrevistas realizadas com cinco ferroviários aposentados e um locatário do restaurante do trem, além de documentação referente à vida profissional desses e de outros trabalhadores, pesquisados e digitalizados no acervo do Arquivo do Patrimônio da Extinta Rede Ferroviária Federal S.A, em São Luís (MA. A perspectiva deste estudo foi mostrar como esses trabalhadores significavam o mundo do trabalho na ferrovia e quais as relações existentes entre a empresa e os ferroviários.

  1. A tríplice jornada de mulheres pobres na universidade pública: trabalho doméstico, trabalho remunerado e estudos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rebeca Contrera Ávila

    2012-09-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2012000300011 Este artigo é fruto de uma pesquisa de abordagem microssociológica realizada commulheres de camadas populares que frequentam cursos noturnos em uma universidade pública.Trata da experiência de mulheres que, a despeito de já levarem uma dupla jornada de trabalhodiária como mães, donas de casa e profissionais, resolvem dar prosseguimento aos estudos ecursar a universidade, passando a vivenciar uma tríplice jornada de trabalho diária. Além decolocar em evidência algumas das estratégias de sobrevivência e longevidade escolarempreendidas por essas mulheres no interior do espaço universitário, aponta também como sedeu a conciliação (ou não entre as obrigações domésticas, trabalhistas e escolares. Ao mesmotempo que se percebem como mulheres-vítimas, também se impõem como mulheres-sujeitos.São conscientes de suas limitações, mas se negam a desistir de seus sonhos.

  2. Gestão do trabalho: desenho organizacional, processo estratégico e tipos de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosalia Aldraci Barbosa Lavarda

    Full Text Available Resumo O objetivo deste estudo é verificar, dentro da gestão do trabalho, como os componentes do desenho e processo estratégico organizacionais se relacionam com os tipos de trabalho desempenhados pela organização. Foi realizada uma pesquisa qualitativa com estudo de caso. As técnicas de coleta de dados foram entrevistas semiestruturadas, análise de documentos e observação direta. A análise de dados baseou-se em pattern-matching e narrativa. Os resultados apontam que, mesmo que as características de cada tipo de trabalho estejam presentes nos casos analisados, há indícios de que novas variáveis precisam ser pesquisadas para explicar a variação dos níveis de racionalidade e a participação no processo estratégico para configurar as diferentes formas de gestão do trabalho.

  3. Fatores Associados ao Consumo Alcoólico de Risco entre Universitários da Área da Saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Karina Rocha Hora Mendonça

    Full Text Available RESUMO O álcool é a droga mais utilizada por universitários, pois o período de transição do ensino médio à universidade representa uma nova fase na vida de muitos estudantes pela maior exposição a mudanças no convívio familiar, em grupos sociais e em suas atividades diárias. Objetivo: Avaliar o padrão de consumo de álcool e os fatores associados ao consumo alcoólico de risco em universitários da área de saúde de Aracaju (SE. Métodos: Trata-se de estudo transversal com 1.147 estudantes do primeiro e do penúltimo período dos cursos de Medicina, Odontologia, Enfermagem, Fisioterapia e Nutrição de duas universidades da Grande Aracaju, sendo uma pública e uma privada. Os instrumentos foram dois questionários autoaplicáveis, um com as características gerais dos estudantes e o Alcohol Use Disorders Identification Test. Realizou-se estatística descritiva e a variável dependente foi dicotomizada para posterior regressão logística. Aplicou-se o Qui-Quadrado para testar a associação entre o consumo alcoólico de risco e as demais variáveis estudadas. O nível de significância adotado foi de 5%. Resultados: Verificou-se que 80,7% consumiram bebida alcoólica pelo menos uma vez na vida e que 68,8% ingeriram álcool no último ano. A média de idade de início da experimentação do alcool foi de 15,82 anos. O padrão de consumo de risco foi evidenciado em 21,1% dos estudantes e esteve associado positivamente com sexo masculino (OR = 2,94, instituição privada de ensino (OR = 1,59, tabagismo (OR = 5,99, desejo de consumir álcool consequente à mídia televisiva (OR = 2,35, uso associado com bebidas energéticas (OR = 1,83, dirigir alcoolizado (OR = 1,85, pegar carona com motorista alcoolizado (OR = 3,16 e uso de outras drogas (OR = 1,84. Conclusão: Observou-se início precoce de experimentação alcoólica e elevada prevalência de consumo alcoólico de risco entre os universitários da área de saúde de Aracaju (SE. Os

  4. Trabalho rural e fatores de risco associados ao regime de uso de agrotóxicos em Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Soares Wagner

    2003-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo foi caracterizar o processo do trabalho rural em nove municípios de Minas Gerais, considerando indicadores sócio-demográficos, a estrutura agrária dos estabelecimentos rurais, práticas de trabalho relacionadas ao uso de agrotóxicos e, a intoxicação associada a seu uso. Os dados foram obtidos de uma pesquisa realizada pela Fundação Jorge Duprat Figueiredo, de Segurança e Medicina do Trabalho, que aplicou um questionário a 1.064 trabalhadores rurais, entre os anos de 1991 a 2000. Por meio de uma regressão logística, foram obtidos os fatores de risco associados à intoxicação por agrotóxicos dos grupos organofosforados e carbamatos. Cerca de 50% dos entrevistados se encontravam ao menos moderadamente intoxicados. Os fatores de risco encontrados foram: ter o último contato a menos de duas semanas com agrotóxicos; não usar proteção; ser orientado pelo vendedor; citar organofosforado ou carbamato como agrotóxico principal e trabalhar nos municípios de Teófoli Otoni, Guidoval ou Piraúba. Os resultados apontam para o alto grau de risco de agravos à saúde a que estão sujeitos trabalhadores rurais em contato com agrotóxicos.

  5. Expansão dos cursos de Graduação em Enfermagem e mercado de trabalho: reproduzindo desigualdades?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kênia Lara Silva

    2012-06-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi analisar a relação entre a expansão dos cursos de graduação de enfermagem e o mercado de trabalho dos enfermeiros em Minas Gerais. Estudo descritivo-exploratório de abordagem quantitativa, que utilizou fontes de dados secundários sobre os cursos de Graduação em Enfermagem, número de profissionais ocupados, vínculos em estabelecimentos de saúde e empregos formais de enfermeiros no Estado. A evolução dos cursos de Graduação em Enfermagem revela sinais de declínio na procura e oferta nos anos recentes, que pode estar relacionado ao mercado de trabalho do enfermeiro. Este, por sua vez, é marcado por contradições expressas pelo quantitativo excedente de profissionais, em especial nas regiões menos desenvolvidas do Estado, bem como pela baixa proporção de enfermeiros para atender as necessidades de saúde da população. Visualiza-se que estes aspectos reproduzem desigualdades e carecem discussões quanto à regulação da formação e à criação de novos postos de trabalho.

  6. Relações étnico-raciais e questões do mercado de trabalho em turismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Dias da Costa

    2017-08-01

    Full Text Available Esta comunicação, que tem um caráter exploratório, visa discutir a relação entre cursos de Turismo, relações étnico-raciais e questões do mercado de trabalho em turismo. O tema é pouco abordado pelos pesquisadores da área, o que torna esta temática instigante e desafiadora. Os cursos de graduação em Turismo, que estão em atividade no Brasil nas instituições públicas de ensino superior, foram criados para tender a uma demanda do mercado nacional. As novas modalidades de acesso a estas instituições trouxe um cenário novo para elas quanto para o mercado de trabalho, haja visto que o perfil dos egressos dos cursos mudou principalmente em função da Lei Federal 12.711/2012, mais conhecida como “Lei de cotas”. O trabalho apresentado é fruto de pesquisas bibliográficas e de campo, sendo que para tal foi utilizada a ferramenta do Google drive para sua realização junto ao corpo discente do curso.

  7. Expansão dos cursos de Graduação em Enfermagem e mercado de trabalho: reproduzindo desigualdades?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kênia Lara Silva

    Full Text Available O objetivo do estudo foi analisar a relação entre a expansão dos cursos de graduação de enfermagem e o mercado de trabalho dos enfermeiros em Minas Gerais. Estudo descritivo-exploratório de abordagem quantitativa, que utilizou fontes de dados secundários sobre os cursos de Graduação em Enfermagem, número de profissionais ocupados, vínculos em estabelecimentos de saúde e empregos formais de enfermeiros no Estado. A evolução dos cursos de Graduação em Enfermagem revela sinais de declínio na procura e oferta nos anos recentes, que pode estar relacionado ao mercado de trabalho do enfermeiro. Este, por sua vez, é marcado por contradições expressas pelo quantitativo excedente de profissionais, em especial nas regiões menos desenvolvidas do Estado, bem como pela baixa proporção de enfermeiros para atender as necessidades de saúde da população. Visualiza-se que estes aspectos reproduzem desigualdades e carecem discussões quanto à regulação da formação e à criação de novos postos de trabalho.

  8. Autopercepção das condições de trabalho por professores de ensino fundamental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nayara Ribeiro Gomes

    2016-02-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: investigar a percepção dos aspectos ambientais e psicossociais do trabalho de professores de escolas públicas de ensino fundamental e relacionar aos sintomas de desconforto vocal. Métodos: estudo transversal com amostra probabilística de professores de escolas municipais. Participaram do estudo 90 indivíduos (18 homens e 72 mulheres distribuídos nas faixas etárias de 24 a 65 anos. O instrumento de investigação foi um questionário com 40 questões composto por 5 blocos de perguntas. Foram realizadas: análise descritiva e analise de regressão linear uni e multivariada para verificar as associações entre o número de sintomas vocais e as condições de trabalho dos professores. Resultados: aproximadamente um terço dos professores (34,4% relataram a presença dos 8 sintomas vocais (média=5,6/DP=2,4. Com relação às características do ambiente de trabalho, a maior parte dos docentes refere ruído elevado ou insuportável como competição sonora ao uso da voz, sendo (43,3% da sala de aula, e (41,1% da escola. Quanto aos aspectos psicossociais do trabalho 54,4% dos professores relatou baixa demanda psicológica e 55,6% baixo suporte social. No modelo multivariado final, a variável que apresentou associação com número de sintomas foi o ruído dentro da sala de aula. Conclusão: professores de ensino fundamental apresentam elevado número de sintomas de desconforto vocal. O desconforto vocal se associa significativamente com a presença do ruído em sala de aula. A relação entre os aspectos psicossociais do trabalho e os problemas de voz, apesar de não ter se diferenciado quanto ao número de sintomas vocais neste estudo, precisa ser investigada.

  9. Conversando sobre desgaste mental no trabalho e suas possibilidades de enfrentamento: uma experiência no serviço público municipal de Guarulhos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alzira Pinto Lembo

    Full Text Available Resumo Objetivo: apresentar uma experiência no campo da saúde mental relacionada ao trabalho realizada por equipe de psicologia de serviço de segurança e saúde do trabalhador com servidores do serviço público municipal de Guarulhos. Métodos: Relato de trabalho de acolhimento em grupos realizado desde 2012 com servidores que associam seu desgaste mental ao trabalho, para proporcionar um espaço de reflexão coletiva sobre os fatores que levam ao sofrimento psíquico e possibilitar a percepção e a valorização de sua capacidade laboral como forma de seu enfrentamento. Resultados: o trabalho permitiu aos participantes identificar vivências mais prazerosas e os suportes para o enfrentamento das situações de sofrimento, além do seu fortalecimento psíquico com a saída gradativa do isolamento. Conclusão: tratar desse tema envolvendo também as chefias colaborou para ampliar espaços de discussão da relação entre saúde mental e trabalho na Prefeitura de Guarulhos.

  10. ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO NA ECONOMIA SOLIDÁRIA - DESAFIOS E LIMITES NA CONSTRUÇÃO DE MODELO ALTERNATIVO AO TAYLORISMO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maico Roris Severino

    2013-12-01

    Full Text Available Na literatura acerca do tema organização do trabalho encontram-se diversos autores que apontam para a superficialidade dos modelos flexíveis quanto ao rompimento das práticas dos modelos clássicos. Por outro lado, verifica-se a coexistência à economia capitalista de algumas experiências de economia solidária, as quais podem sinalizar potenciais modelos alternativos de processos de trabalho onde coletivos de trabalhadores associados buscam ruptura com a organização taylorista do trabalho, romper plenamente com a separação entre os que planejam e os que executam o trabalho, essência dos modelos clássicos. Desta forma, este artigo tem como objetivo apontar, por meio dos resultados da investigação científica teórica e empírica, as fragilidades dos modelos flexíveis de organização do trabalho e apresentar, através de um estudo de caso, potencialidades e desafios de um modelo de organização autogeastionária do coletivo de trabalhadores associados atuando na economia solidária, mesmo diante da grande dificuldade no rompimento ao padrão clássico.

  11. A flexibilização das relações de trabalho na saúde: a realidade de um Hospital Universitário Federal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheila Maria Parreira Alves

    2015-10-01

    Full Text Available ResumoEstudo de natureza histórico-social com objetivo de analisar as repercussões da flexibilização das relações de trabalho na realidade de um Hospital Universitário (HU. Utilizou-se como método a história oral temática e a análise triangulada entre as fontes, constituídas por depoimentos dos trabalhadores, documentos institucionais e literatura. Constatou-se que a flexibilização, impulsionada pela Reforma de Estado na década de 90, interferiu de maneira estrutural na trajetória desta Instituição que, a partir da política do Governo Federal de enxugamento do quadro de pessoal, adotou a terceirização para manutenção da força de trabalho, acarretando rotatividade dos trabalhadores, conflitos de ordens diversas, descontinuidade e desorganização dos processos de trabalho. Concluímos que a flexibilização das relações de trabalho tornou-se um entrave no âmbito deste HU, desestruturando os serviços, prejudicando estudantes e usuários, contribuindo para a precarização do trabalho e a desproteção social dos trabalhadores.

  12. Trabalho e cárcere: um estudo com agentes penitenciários da Região Metropolitana de Salvador, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Pereira Fernandes

    2002-06-01

    Full Text Available Estudo transversal para identificar possíveis associações entre condições de trabalho e saúde de agentes penitenciários de Salvador, Bahia, Brasil, utilizou uma amostra aleatória estratificada proporcional de 311 indivíduos, que responderam, sem identificação, questionário auto-aplicável. Obteve-se os seguintes resultados na regressão logística: (a ambiente de trabalho psicologicamente inadequado, condições infra-estruturais insuficientes, falta de tempo para lazer, ausência de esporte, mais de nove anos no Sistema Penitenciário (SP, dobra de turno, jornada > 48 horas semanais e organização do trabalho inadequada, foram associados positivamente com distúrbios psíquicos menores (DPM; (b falta de treinamento, sexo feminino, jornada > 48 horas semanais, ambiente de trabalho psicologicamente inadequado, falta de tempo para lazer e ausência de esporte, foram associados positivamente com estresse persistente; (c idade £45 anos, ³nove anos no SP, dobra de turno, ausência de esporte, ambiente de trabalho psicologicamente inadequado, condições infra-estruturais e organizacionais inadequadas e presença de DPM, foram associados positivamente com queixas de saúde.

  13. Considerações sobre a Alocação de Riscos na Concessão do Trem de Alta Velocidade entre Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas

    OpenAIRE

    Maria Martha M. C. Cassiolato; Ronaldo Coutinho Garcia

    2014-01-01

    Este trabalho avalia a alocação de riscos entre o governo e o concessionário operador no projeto do trem de alta velocidade (TAV) entre Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas. O modelo de concessão proposto em 2010 pelo governo federal para transferir a operação do TAV à iniciativa privada foi revisto em 2012, sendo a principal diferença entre eles a alocação de riscos de demanda e de construção entre governo e concessionário. O trabalho examina as duas propostas, considerando os procedimentos ...

  14. Dependência química e trabalho: uso funcional e disfuncional de drogas nos contextos laborais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Elizabeth Antunes Lima

    Full Text Available O objeto central do artigo é o uso de drogas nos contextos de trabalho, sendo seu objetivo maior analisar desde o uso continuado, mas sem acarretar consequências mais graves para o usuário, até aquele que leva ao desenvolvimento de uma dependência propriamente dita. A partir de uma revisão da literatura pertinente ao tema, propõe-se uma reflexão que, entre outros aspectos, classifica o consumo de drogas em dois modos, funcional e disfuncional, sendo que, no primeiro, esta é usada como uma "ferramenta" de trabalho, sem acarretar prejuízos para sua realização e, no segundo, ocorre uma mudança no padrão de consumo, afetando gravemente o desempenho profissional. Na passagem entre o uso funcional e o uso disfuncional, a droga deixa de ser um meio para se tornar um fim em si mesmo e, embora isso não ocorra com a maioria dos usuários, a conclusão é a de que, mesmo no uso funcional, a relação do sujeito com sua atividade é basicamente adaptativa, não podendo, portanto, ser considerada como saudável.

  15. Prosumption: as novas articulações entre trabalho e consumo na reorganização do capital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isleide Arruda Fontenelle

    2015-01-01

    Full Text Available The article analyzes the phenomenon of prosumption on the basis of the re-significations that the term underwent in the context of the restructuring of production in the 1980s and the new links between work and consumption resulting from that. Based on academic texts and empirical illustrations, as well as on Marxian literature on the production of value, the aim of the paper is to understand how the formatting of the consumer-worker and worker-consumer takes place and to discuss the way in which contemporary capital has sought to deal with two of its main challenges: the extension of abstract labor and the overcoming of the temporal gap between production and realization of value. This process points to novel and more subtle forms of exploitation of the worker and the consumer and requires a return to Marx to think about the blurred boundaries between production and realization of value in these new forms of work and consumption.

  16. ÍNDIOS XUKURU DO ORORUBÁ: MIGRAÇÕES, TRABALHO E FRONTEIRAS ENTRE O CAMPO E A CIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Silva

    2013-06-01

    Full Text Available From the oral memories of the Xukuru Ororubá (Pesqueira and Poção /PE, we analyzed the migration of individuals of indigenous people in the latter half of the twentieth century. The migrations were recalled historical processes of disputes over land encroached by plantations of tomatoes and fruits Factory Fish farmers and ranchers. Many families Xukuru migrated to the outskirts of the city, such as those that formed the neighborhood "Xucurus" in urban Pesqueira, farming and spent the workers in the industries in the city. Other Xukuru following the trajectories of relatives and friends, in major urban centers saw changes and improvements in living conditions. The Greater São Paulo was the fate of some of these migrants, where fixed abode. In both spaces where migrated, we observed different times, routes of travel, social relationships in everyday work experiences in situated on the borders between country and city.

  17. Trabalho com as mãos: Senhor Carvalho

    OpenAIRE

    Ferreira, Ana Rita e Silva Dias

    2012-01-01

    O projeto de mestrado Trabalho com as mãos: Senhor Carvalho propõe o protótipo para uma linha editorial que retrata uma série de ofícios artesanais e em extinção, no espaço português. Este trabalho desenvolve-se desde a pesquisa, investigação e documentação de uma destas profissões – a de um encadernador –, passando pela edição de conteúdos, até ao design e produção gráfica de um livro, num exercício que vai experimentando os vários passos da máquina editorial. A sua form...

  18. entre 2002 y 2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaime Moreno Méndez

    2011-01-01

    Full Text Available El presente proyecto describe y analiza las características de los programas de tratamiento cognitivo-conductual de los problemas de comportamiento en niños y adolescentes realizados en Bogotá entre los años 2002 y 2008. Para tal fin se llevó a cabo una investigación de corte empírico-analítico, de tipo descriptivo con una metodología de carácter documental, la cual permitió identificar el estado actual de los diferentes programas objeto de este estudio en términos de los logros y avances, así como las limitaciones, dificultades y vacíos que presentan en el contexto local.

  19. Entre formigas e estrelas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinicius Prates

    2013-06-01

    Full Text Available Esta resenha apresenta o livro Reagregando o social: uma introdução à teoria do ator-rede, última obra do filósofo francês Bruno Latour publicada no Brasil. Nele, o autor se propõe a elaborar uma suma da crítica que faz aos conceitos usualmente aceitos de “social”, o que vem desenvolvendo ao longo dos últimos anos de produção intelectual. Neste processo ele criou a “Teoria-ator-rede”, que busca reestabelecer teoricamente as relações entre o que chama de mediadores “humanos” e “não-humanos”.

  20. Produção de imagens, subjetivação e trabalho penitenciário: uma contribuição às clínicas do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Spanier Amador

    Full Text Available Este artigo aborda aspectos desenvolvidos em nossa tese de doutorado. Seus temas centrais são imagem e subjetivação, que se desdobram em outros três, de forma transversa: trabalho, que ganha a cena como atividade, clínica, considerada por entre as formulações da clínica da atividade e dos procedimentos de crítica e clínica, e tecnologias digitais de imagem, em seus potenciais de estetização de si mesmo e do trabalho. Situada em uma casa destinada a mulheres que cumprem pena em regime semiaberto, a pesquisa teve como objetivo geral a criação de um campo de experimentação da atividade prisional pelo emprego de recursos tecnológicos de videografia digital junto a trabalhadoras agentes do sistema penitenciário. Exploramos as peculiaridades da atividade de produção de imagens sobre o trabalho prisional, o que caracteriza uma vertente metodológica em nosso percurso de pesquisa. Dedicamo-nos, ainda, a uma vertente teórica pela qual operamos um tensionamento conceitual visando a abrir veredas no que se refere à construção de possibilidades para uma clínica do trabalho valendo-nos das ferramentas analíticas da Filosofia da Diferença, da Ergologia e da Clínica da Atividade, enlaçando, assim, os planos dos fazeres profissionais, das tramas institucionais e da subjetivação.

  1. Saberes, tempo e aprendizagem do trabalho no magistério Wisdom, time and learning of their work by teachers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurice Tardif

    2000-12-01

    Full Text Available Este texto trata das relações entre o tempo, o trabalho e a aprendizagem dos saberes profissionais dos professores que atuam no ensino primário e secundário, isto é, dos saberes mobilizados e empregados na prática cotidiana, saberes esses que dela se originam e que servem para dar sentido às situações de trabalho que lhes são próprias. Este texto está dividido em três partes: inicialmente, mostraremos em que o estudo dessas relações pode ser pertinente para melhor compreender a natureza dos saberes profissionais dos professores. Em seguida, estudaremos como essas relações se expressam nos fenômenos da história da vida, da aprendizagem pré-profissional do trabalho e da carreira dos professores. Finalmente, proporemos uma reflexão e pistas teóricas sobre as diversas relações entre o tempo e os saberes profissionais.This article presents an analysis of the relations between time, work and learning in the professional knowledge of elementary- and secondary-school teachers. This knowledge is defined as that which that is generated by practice and deployed and used in daily practice, and that gives meaning to work situations faced by teachers. The article consists of three parts; the first establishes the importance of these relations for better understanding the nature of teachers' professional knowledge, or wisdom; the second examines the expression of these relations in teachers' careers, life histories and professional training. Finally, the third part discusses and presents theoretical possibilities regarding the various relationships between the concept of time and professional wisdom.

  2. Condições de trabalho e automação: o caso do soprador da indústria vidreira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima F Queiróz

    2001-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar como o controle de tarefas e o uso de diferentes tecnologias e de estrutura organizacional determinam o processo de saúde-doença. MÉTODOS: O estudo foi desenvolvido em duas indústrias vidreiras -- automática e manual --, no Município de São Paulo, Brasil, entre 1996 e 1997. A metodologia utilizada teve como base a análise ergonômica do trabalho. A pesquisa foi realizada utilizando-se estudo de caso e comparações entre dois grupos de trabalhadores, incluindo observação direta dos postos de trabalho, entrevistas e um questionário respondido por 41 trabalhadores: 14 da sopragem manual de vidro e 27 da operação da máquina automática. O questionário estruturado versava sobre queixas de saúde e características do trabalho e do posto. RESULTADOS: A comparação entre os dois grupos de trabalhadores apontou diferenças estatisticamente significativas em relação às respostas sobre o nível de ruído, as ferramentas de trabalho, a variação de postura no posto de trabalho e as queixas de dores nos braços. Foram detectados fatores de risco, tais como repetição dos movimentos para os trabalhadores da indústria manual e fatores da organização do trabalho nas duas indústrias, tais como ritmo, participação em decisões importantes e treinamento. CONCLUSÕES: O uso da metodologia ergonômica mostrou-se adequada. O estudo confirmou a exposição dos trabalhadores a intensidades elevadas de ruído e a altas temperaturas. Na indústria manual, o trabalhador parece desempenhar um papel que o faz se sentir mais importante, pois ele realiza uma parte significativa do trabalho total, diferentemente do trabalhador da indústria automática que está "vigiando" um processo em que a máquina é a produtora.

  3. Condições de trabalho e automação: o caso do soprador da indústria vidreira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Queiróz Maria de Fátima F

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar como o controle de tarefas e o uso de diferentes tecnologias e de estrutura organizacional determinam o processo de saúde-doença. MÉTODOS: O estudo foi desenvolvido em duas indústrias vidreiras -- automática e manual --, no Município de São Paulo, Brasil, entre 1996 e 1997. A metodologia utilizada teve como base a análise ergonômica do trabalho. A pesquisa foi realizada utilizando-se estudo de caso e comparações entre dois grupos de trabalhadores, incluindo observação direta dos postos de trabalho, entrevistas e um questionário respondido por 41 trabalhadores: 14 da sopragem manual de vidro e 27 da operação da máquina automática. O questionário estruturado versava sobre queixas de saúde e características do trabalho e do posto. RESULTADOS: A comparação entre os dois grupos de trabalhadores apontou diferenças estatisticamente significativas em relação às respostas sobre o nível de ruído, as ferramentas de trabalho, a variação de postura no posto de trabalho e as queixas de dores nos braços. Foram detectados fatores de risco, tais como repetição dos movimentos para os trabalhadores da indústria manual e fatores da organização do trabalho nas duas indústrias, tais como ritmo, participação em decisões importantes e treinamento. CONCLUSÕES: O uso da metodologia ergonômica mostrou-se adequada. O estudo confirmou a exposição dos trabalhadores a intensidades elevadas de ruído e a altas temperaturas. Na indústria manual, o trabalhador parece desempenhar um papel que o faz se sentir mais importante, pois ele realiza uma parte significativa do trabalho total, diferentemente do trabalhador da indústria automática que está "vigiando" um processo em que a máquina é a produtora.

  4. ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO APLICADA A UM POSTO DE TRABALHO COM SOBRECARGA FÍSICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camilla Rosa Ormelez

    2010-01-01

    Full Text Available A ergonomia pode ser definida como uma ciência do trabalho, sendo útil para a concepção de ferramentas, máquinas, dispositivos a serem usados com segurança e eficácia, bem como na concepção e avaliação de postos de trabalho. O objetivo desse estudo foi avaliar a sobrecarga física de funcionários de uma empresa de hortifrutigranjeiros. O método adotado para a pesquisa foi a AET (Análise Ergonômica de Trabalho, que subdivide-se em análise da demanda, tarefa e atividade para fazer o diagnóstico e as recomendações necessárias. A tarefa a ser atingida é o transporte de caixas de tomate, a análise da atividade foi dividida em nove fases de trabalho e classificadas em quatro categorias segundo o software Win-Owas. O trabalhador analisado passa 51% de sua jornada com uma postura considerada normal, 6% em uma postura que requeria cuidados imediatos onde havia sobrecarga na região lombar, ocasionando dor e que poderia provocar degeneração dos discos articulares e 43% da jornada era realizada com uma postura que deveria sofrer algum tipo de melhoria em curto prazo, por poder ocasionar quadros de Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT, devido aos riscos biomecânicos que apresentam na sua execução(repetitividade e força. As principais recomendações foram: a reorganização do trabalho, a implantação de um programa de ginástica laboral preparatória, criação de uma capacitação para organizar a movimentação correta da carga e a criação de um mapa de risco.

  5. Discutindo homofobia nas organizações e no trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Luiz Caproni Neto

    2014-10-01

    Full Text Available O presente artigo busca discutir a homofobia e suas variadas manifestações no ambiente organizacional. Essa temática é relevante socialmente e tem se tornado mais frequente nos estudos em administração. Assim, inicialmente discutimos brevemente sobre o conceito de homofobia e sua associação com o poder e a heternormatividade salientando a vivência de homossexuais masculinos, lésbicas, bissexuais e transexuais. Então, enfocamos a discussão para o âmbito do trabalho e das organizações destacando o contexto brasileiro a partir de temáticas que envolvem o acesso ao mundo do trabalho, os estereótipos, a violência e o assédio, e as políticas de respeito à diferença sexual. Então, enfatizamos uma perspectiva reflexiva que envolva a conscientização e a educação na sociedade e especialmente no nível do trabalho.

  6. Trabalho e Saúde Coletiva: o ponto de vista da atividade e das relações de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brito Jussara

    2005-01-01

    Full Text Available Na medida em que o trabalho é uma atividade fundamental da vida, procuramos mostrar a importância de melhor compreender suas dimensões para incorporá-las nas análises do conjunto de problemas de saúde coletiva. Lançamos mão de abordagens que vêm explorando o conceito de atividade de trabalho, bem como dos estudos das relações de gênero, tendo em vista que nos dois casos busca-se dar visibilidade às diferentes dimensões do trabalho. Através do conceito de atividade de trabalho nos aproximamos do caráter não padronizável, mutável e variável da vida e das situações de trabalho. A partir da concepção de saúde presente na obra de Canguilhem, que chama a atenção para a relação ativa entre o indivíduo e seu meio (de trabalho, esboçamos um debate sobre as possibilidades de criação de normas de saúde. Os materiais que tratam da divisão sexual do trabalho - base material das relações de gênero - se somam às questões apontadas pelo conceito de atividade de trabalho, contribuindo também para uma melhor percepção da relação saúde-trabalho. Na interface desses dois pontos de vista (trabalho como atividade e como materialidade das relações de gênero ressaltamos a importância da experiência dos/as trabalhadores/as na produção de saberes sobre a saúde, assim como a necessidade de múltiplas formas de intervenção.

  7. Trabalho e Saúde Coletiva: o ponto de vista da atividade e das relações de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jussara Brito

    Full Text Available Na medida em que o trabalho é uma atividade fundamental da vida, procuramos mostrar a importância de melhor compreender suas dimensões para incorporá-las nas análises do conjunto de problemas de saúde coletiva. Lançamos mão de abordagens que vêm explorando o conceito de atividade de trabalho, bem como dos estudos das relações de gênero, tendo em vista que nos dois casos busca-se dar visibilidade às diferentes dimensões do trabalho. Através do conceito de atividade de trabalho nos aproximamos do caráter não padronizável, mutável e variável da vida e das situações de trabalho. A partir da concepção de saúde presente na obra de Canguilhem, que chama a atenção para a relação ativa entre o indivíduo e seu meio (de trabalho, esboçamos um debate sobre as possibilidades de criação de normas de saúde. Os materiais que tratam da divisão sexual do trabalho - base material das relações de gênero - se somam às questões apontadas pelo conceito de atividade de trabalho, contribuindo também para uma melhor percepção da relação saúde-trabalho. Na interface desses dois pontos de vista (trabalho como atividade e como materialidade das relações de gênero ressaltamos a importância da experiência dos/as trabalhadores/as na produção de saberes sobre a saúde, assim como a necessidade de múltiplas formas de intervenção.

  8. Terapia comportamental cognitiva: uma comparação entre perspectivas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachel Rodrigues Kerbauy

    Full Text Available A Terapia Comportamental Cognitiva desenvolveu-se a partir de dados e maneiras de trabalhar da Terapia Cognitiva e da Terapia Comportamental. Essas origens e as várias influências parecem determinar maneiras diferentes de conduzir a terapia o que se procurou analisar neste trabalho. Optou-se pela apresentação do trabalho de três autores: Ellis, Beck e Meichembaum como representativos da área embora se reconheça que há diferenças entre algumas concepções e também unanimidade na explicação de comportamentos, especialmente emocionais.

  9. TRABALHO E SUBJETIVIDADE: SOFRIMENTO PSÍQUICO EM CONTEXTO DE MUDANÇAS ORGANIZACIONAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Airton Luiz Backes

    2012-09-01

    Full Text Available A discussão desenvolvida neste artigo, a partir de uma pesquisa descritivo-qualitativa, trata da vivência subjetiva do funcionário em uma empresa em importantes processos de mudanças organizacionais. O escopo da pesquisa é verificar como o funcionário vivencia subjetivamente os processos de mudanças organizacionais, especificamente no que concerne ao sofrimento psíquico. As mudanças em curso na empresa pesquisada relacionam-se à mudança de controlador e de gestores, a inserção de novos valores e a inovações organizacionais. No plano teórico, o artigo apresenta uma abordagem conceitual do sofrimento psíquico no trabalho, utilizando-se, principalmente, do referencial teórico de Dejours. Os resultados mostram que o sofrimento psíquico do funcionário origina-se da incerteza quanto ao futuro, da intensificação da competitividade no ambiente de trabalho, do comprometimento das relações de confiança entre os funcionários, da dissipação do ambiente cooperativo e de reconhecimento, da irreverência da empresa aos valores éticos do funcionário e do receio de ser considerado descartável. Os resultados apontam ainda para o desenvolvimento de estratégias psicológicas de defesa para a manutenção do equilíbrio e a normalidade frente ao sofrimento vivenciado.

  10. CIÊNCIAS, TRABALHO E EDUCAÇÃO NO SISTEMA PENITENCIÁRIO BRASILEIRO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto da Silva

    Full Text Available RESUMO: Este artigo tematiza as relações entre as diversas áreas de conhecimento e respectivos profissionais que atuam na execução penal no sistema penitenciário brasileiro. O tema é relevante porque partimos do pressuposto de que a ressignificação dessas áreas de conhecimento pode alterar a forma como se faz educação e gestão do trabalho dentro da prisão. A tese a ser explorada no artigo problematiza a subordinação epistemológica das ciências humanas, sociais e biológicas às ciências jurídicas como causa da fragmentação epistemológica do conhecimento, à qual corresponde a fragmentação das especialidades profissionais, bem como a fragmentação das políticas, programas, projetos e ações destinadas ao tratamento dado às pessoas privadas da liberdade. A conclusão do artigo aponta para a necessidade de um projeto político pedagógico que articule e integre os saberes existentes na prisão e o trabalho dos diferentes profissionais, sobretudo em virtude da mudança do perfil da população atendida e do entendimento de que todos os saberes são úteis e necessários à educação da pessoa privada da liberdade.

  11. Organização e trabalho: padrões de comprometimento dos profissionais que atuam na estratégia saúde da família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Navas Sanches

    2010-06-01

    Full Text Available Compreender os vínculos com o trabalho e a organização empregadora, além de apontar as implicações para a estruturação do indivíduo, seu desenvolvimento e seu comportamento, estão entre os desafios nesta área do conhecimento. Este estudo investigou o comprometimento com a organização e o trabalho dos profissionais da Estratégia de Saúde da Família em uma Gerência Regional de Saúde em Santa Catarina entre 2005 e 2007. Objetivou identificar os padrões de comprometimentocom a organização e o trabalho desenvolvido e explorar os fatores explicativos para os padrões de compromisso encontrados. A população, composta de médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e odontólogos, totalizou 347 profissionais, com amostra de 252 sujeitos, 72,62% da população. O instrumento englobou variáveis preditoras dos vínculos, além das medidas destes construtos. Os dados processados e analisados possibilitaram distinguir seis padrões: duplamente comprometidos e descomprometidos, comprometidos unilateralmente com a organização e o trabalho, descomprometidos com a organização e o trabalho. Como variáveis explicativas, identificaram-se as organizacionais, como as políticas de recursos humanos e as do trabalho como feedback, expectativas alcançadas, variedade de habilidades, dentre outras,variando segundo os padrões identificados. Foi evidenciada a precarização do trabalho pela associação entre o vínculoempregatício e a díade de comprometimento.

  12. Limites do trabalho multiprofissional: estudo de caso dos centros de referência para DST/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Neide Emy Kurokawa e

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Compreender as possibilidades e os limites da articulação dos processos de trabalho desenvolvidos por agentes com diferentes formações para otimizar a integração e melhorar a qualidade da assistência aos pacientes com HIV/Aids. MÉTODOS: Estudo qualitativo sobre o trabalho multiprofissional em cinco centros de referência para DST/Aids do Município de São Paulo. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com 26 profissionais de diferentes formações, enfocando suas relações no modo de organização da assistência prestada nesses serviços. RESULTADOS: Houve diferenças significativas do alcance da integração multiprofissional e das possibilidades de enriquecimento da assistência prestada, de acordo com as circunstâncias em que o trabalho interdisciplinar é posto em ação. CONCLUSÕES: Quando a equipe consegue trabalhar com demandas antevistas, isto é, com a formulação, por um conjunto de profissionais, de projetos assistenciais, antecipando demandas a partir de situações concretas da prática, criam-se condições favoráveis a um trabalho mais efetivamente integrado da equipe multiprofissional. Essa integração favorece intervenções que permitem um diálogo mais rico entre a aplicação do tratamento medicamentoso e outras dimensões relevantes do cuidado referentes às vivências sociais, psicológicas e emocionais dos pacientes.

  13. TRABALHO FAMILIAR: UMA CATEGORIA ESQUECIDA DE ANÁLISE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Ignez Paulilo

    2004-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2004000100012 A influência do marxismo na Sociologia do trabalho e no feminismo foi e ainda é muito grande, o que trouxe uma ênfase nos estudos sobre o operariado. Com isso, o campesinato tornou-se um tema de difícil articulação dentro do marxismo e do feminismo. Havia uma crença generalizada de que liberação das mulheres passaria necessariamente por sua independência financeira, fruto da inserção individual no mercado de trabalho. Como ‘encaixar’ aí as mulheres em regime de trabalho familiar? Elas não foram bem ‘encaixadas’, havendo com freqüência um ‘viés urbano’ perpassando as análises do trabalho feminino no campo. O surgimento de vários movimentos de mulheres agricultoras no Brasil colocou em cheque a visão corrente de ‘vítimas’ que se tinha sobre elas, na medida em que estão se impondo como ‘atoras’. Neste momento, porém, os movimentos feministas estão mais voltados para questões de reconhecimento, de identidade, que de redistribuição de renda, propriedades e, o que nos interessa mais, terra. Nosso objetivo neste trabalho é desvelar os preconceitos imbricados na análise do campesinato e trazer de volta questões sobre a condição econômica desigual das mulheres envolvidas na agricultura familiar, cujo acesso à terra se faz quase unicamente pelo casamento. O direito de tomar decisões sobre a própria vida pode ser desvinculado da obtenção de um salário individual, mas não do acesso a uma renda própria.

  14. Divisão sexual do trabalho: a separação da produção do espaço reprodutivo da família

    OpenAIRE

    Alves,Ana Elizabeth Santos

    2013-01-01

    Este ensaio tem como objetivo central analisar a divisão sexual do trabalho em torno da dissociação do trabalho produtivo do espaço da reprodução familiar, ocorrida no processo de instalação e desenvolvimento do capitalismo no Brasil, particularmente com base em reflexões sobre o contexto histórico de finais do século XIX até meados do século XX. Nossa intenção é descaracterizar análises acerca da ideologia naturalista que legitima princípios de separação entre trabalhos de homens e trabalhos...

  15. Situação do indivíduo no mercado de trabalho e iniqüidade em saúde no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giatti Luana

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar as desigualdades na condição de saúde pessoal e na utilização de serviços de saúde em relação à situação do indivíduo no mercado de trabalho. MÉTODOS: Foram estudados 39.925 homens de 15 a 64 anos de idade residentes em 10 regiões metropolitanas brasileiras, participantes da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 1998. Eles foram classificados como trabalhadores formais, informais, desempregados ou fora do mercado de trabalho. Os demais trabalhadores foram comparados aos trabalhadores formais em relação às características sociodemográficas, indicadores de saúde e de utilização de serviços de saúde. A análise incluiu o qui-quadrado de Pearson e associação independente entre situação no mercado de trabalho e indicadores de saúde e utilização de serviços de saúde foi feita por meio de regressão logística multinomial. RESULTADOS: Dos participantes do estudo, 52,2% eram trabalhadores formais, 27,7% informais, 10% desempregados e 10,2% estavam fora do mercado de trabalho. Foram identificadas diferenças significativas relativas à idade, escolaridade, renda domiciliar, posição no domicílio e região de residência. O desemprego, o trabalho informal e, sobretudo, a exclusão do mercado de trabalho estiveram associados à pior condição de saúde entre adultos brasileiros, independentemente das características sociodemográficas. CONCLUSÕES: A situação do indivíduo no mercado de trabalho expressa um gradiente de desigualdade nas condições de saúde. Os achados reforçam que a situação do indivíduo no mercado de trabalho também deve ser considerada nos estudos das desigualdades em saúde.

  16. Situação do indivíduo no mercado de trabalho e iniqüidade em saúde no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Giatti

    2006-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar as desigualdades na condição de saúde pessoal e na utilização de serviços de saúde em relação à situação do indivíduo no mercado de trabalho. MÉTODOS: Foram estudados 39.925 homens de 15 a 64 anos de idade residentes em 10 regiões metropolitanas brasileiras, participantes da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 1998. Eles foram classificados como trabalhadores formais, informais, desempregados ou fora do mercado de trabalho. Os demais trabalhadores foram comparados aos trabalhadores formais em relação às características sociodemográficas, indicadores de saúde e de utilização de serviços de saúde. A análise incluiu o qui-quadrado de Pearson e associação independente entre situação no mercado de trabalho e indicadores de saúde e utilização de serviços de saúde foi feita por meio de regressão logística multinomial. RESULTADOS: Dos participantes do estudo, 52,2% eram trabalhadores formais, 27,7% informais, 10% desempregados e 10,2% estavam fora do mercado de trabalho. Foram identificadas diferenças significativas relativas à idade, escolaridade, renda domiciliar, posição no domicílio e região de residência. O desemprego, o trabalho informal e, sobretudo, a exclusão do mercado de trabalho estiveram associados à pior condição de saúde entre adultos brasileiros, independentemente das características sociodemográficas. CONCLUSÕES: A situação do indivíduo no mercado de trabalho expressa um gradiente de desigualdade nas condições de saúde. Os achados reforçam que a situação do indivíduo no mercado de trabalho também deve ser considerada nos estudos das desigualdades em saúde.

  17. Cadeias produtivas e a vigilância em saúde, trabalho e ambiente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Henrique da Costa Leão

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo A globalização da economia alterou o padrão produtivo na atualidade e a formação de cadeias de produção é um fenômeno central nessa nova conjuntura. Cadeias produtivas são processos de extração, produção, transporte, distribuição, consumo e descarte de bens e serviços. Para o seu desenvolvimento existem investimentos governamentais econômicos/financeiros, por vezes em confronto direto com os interesses da proteção da saúde dos trabalhadores e ambiental. Isso porque são gerados diversos danos, riscos e vulnerabilidades sociais, ambientais, sanitárias e ocupacionais ao longo das cadeias. A vigilância em saúde, trabalho e ambiente tem o desafio de enfrentar esses complexos problemas para garantir melhorias para as condições de vida. O objetivo deste ensaio teórico é discutir estratégias de vigilância em saúde, trabalho e ambiente, partindo da noção de cadeia produtiva enquanto redes interconectadas de produção-consumo. O artigo apresenta as principais abordagens teóricas sobre cadeias de produção, especialmente, Supply Chain, Global Commodity Chain, Análise de Filière e Agribussiness, destacando as áreas do conhecimento envolvidas. Discute ainda a fragilidade e incipiência da interseção dos saberes e práticas da vigilância em saúde, trabalho e ambiente com a temática das cadeias produtivas, evidenciando a necessidade de superação da vigilância dos produtos em direção à intervenção em toda a cadeia produtiva, mediante a articulação entre as vigilâncias do SUS. Destaca-se também o papel da academia, dos serviços de saúde e das populações para a implementação dessa vigilância.

  18. QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO (QVT: UM ESTUDO COM PROFESSORES DOS INSTITUTOS FEDERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Ribeiro de Oliveira

    2015-12-01

    Full Text Available No cenário atual em que há exigências contínuas de evolução do conhecimento e de avanços tecnológicos, a educação tecnológica é um assunto que merece destaque, pois é através dela que uma grande parcela dos trabalhadores é formada para atuar no mercado de trabalho cada vez mais qualificado e competitivo. Um dos projetos estratégicos mais importantes na área de ensino no país é o dos Institutos Federais que contam com 562 campi em todo país. Houve um crescimento significativo do quadro funcional: no ano de 2002 contava com 8.999 professores, atualmente conta com 37.021 (2015. Isso mostra um crescimento de 411,39%. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi analisar o grau de satisfação dos professores dos Institutos Federais em relação à Qualidade de Vida no Trabalho, diante dos impactos da expansão da rede no Brasil. A pesquisa foi realizada com professores que participaram do II Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica, realizado em Florianópolis em 2012. Esta pesquisa caracteriza-se como quantitativa, exploratória, descritiva e avaliação (survey. Com relação ao instrumento, foi utilizado o Protocolo Biopsicossocial e organizacional - BPSO-96, de Limongi-França. Foram respondidos 43 questionários. Entre os cinco domínios avaliados, constatou-se que o domínio social foi o que apresentou o menor índice de satisfação (3,193, enquanto que o domínio psicológico foi o que apresentou maior satisfação (6,819. Destaca-se que a variável que apresentou a maior média na pesquisa foi a relação professor-aluno (8,233. Embora os resultados não possam ser generalizados para o expressivo universo de professores do Ensino Técnico dos Institutos Federais, os achados deste estudo demonstram a necessidade de alinhamento quanto à política de gestão de benefícios e apoio familiar e comunitário no grupo pesquisado, revelando a qualidade da relação ensino-aprendizado neste cenário.

  19. Desenvolvimento de uma mesa vibratória para estudos sobre vibração no corpo humano, medições em um grupo de motoristas e ajuste de um modelo biodinâmico

    OpenAIRE

    Tiago Becker

    2006-01-01

    A exposição do ser humano a vibrações mecânicas é um tema relacionado com a mecanização do trabalho e à proliferação de veículos automotores, e é, portanto, um assunto que só começou a ganhar importância em meados do século XX. Atualmente, a vibração é amplamente reconhecida como um fator de risco para a saúde de trabalhadores de todo o mundo. Além disso, fatores de grande relevância no mundo atual, como o desempenho na realização de tarefas e a qualidade de vida, podem ser afetados pela pres...

  20. As múltiplas dimensões presentes no exercício profissional do assistente social: intervenção e o trabalho sócio-educativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mabel Mascarenhas Torres

    2009-07-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo analisar - por meio de uma breve revisão de literatura - as múltiplas dimensões constitutivas do exercício profissional do assistente social, focando o trabalho sócio-educativo como uma das possibilidades de concretização do trabalho deste profissional. Os autores estudados indicam que o Serviço Social é uma profissão cuja marca interventiva o particulariza dentre as demais profissões inscritas na divisão sócio-técnica do trabalho. O trabalho sócio-educativo é uma das formas de concretização do trabalho do assistente social. Este tipo de trabalho tem sido requisitado aos profissionais que atuam nas mais diversas áreas, quer seja na esfera pública como na esfera privada. É um trabalho balizado pelo planejamento e execução compartilhados entre os sujeitos envolvidos, cuja relação de saber e poder está a serviço da população usuária dos serviços prestados via rede socioassistencial.

  1. Agravos à saúde, hipertensão arterial e predisposição ao estresse em motoristas de caminhão Agravios de la salud, hipertensión arterial y predisposición al estrés en conductores de camión Health problems, hypertension and predisposition to stress in truck drivers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Cesira Cavagioni

    2009-12-01

    Full Text Available O estudo investigou agravos à saúde que predispõem ao estresse com o uso do Self Reporting Questionnaire (SRQ-20 que avalia possíveis transtornos mentais comuns não psicóticos e identificar a associação com a hipertensão arterial. A amostra foi de 258 motoristas profissionais de transporte de cargas em uma rodovia brasileira (37,5±10,0 anos, 55% ingeriam bebidas alcoólicas, 37% com hipertensão arterial e 57% referiram já ter usado remédios para manter estado de alerta. Os motoristas referiram sentirem-se nervosos, tensos ou preocupados (56%, dormirem mal (47%, dores de cabeça (37%, terem dificuldade de tomar decisões (38% e dificuldade de pensar com clareza (20%. Obteve-se como resultados que 33% eram portadores de possíveis transtornos mentais comuns e houve associação (pEl estudio investigó agravios de salud que predisponen al estrés mediante el uso del Self Reporting Questionnaire (SRQ-20, que evalúa posibles trastornos mentales comunes no psicóticos. La muestra abarco a 258 conductores profesionales de trasporte de cargas en una carretera nacional brasileña (37,5±10,0 años, el 55% ingería bebidas alcohólicas, El 37% con hipertensión arterial y el 57% refirió uso anterior de medicamentos para mantener el estado de alerta. Los conductores indicaron sentir-se nervioso, tenso o preocupado (56%, dormir mal (47%, dolores de cabeza (37%, tener dificultad de tomar decisión (38% y dificultad de pensar con claridad (20%. El SRQ-20 mostró que el 33% era portador de posibles trastornos mentales comunes y fue encontrada asociación (pThis study approached the health problems which were involved with stress using Self reporting Questionnaires (SRQ-20 in order to evaluate mental disorders. The sample was constituted of 258 trucker drivers in Brazilian roadway (37,5±10,0 years old, 55% drink alcohol, 37% with arterial hypertension e 57% used drugs to get alert. The drivers informed they were nervous, tense and worried (56

  2. Metamorfoses nas vanguardas: entre o homem e o animal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelvin Falcão Klein

    2011-08-01

    Full Text Available Este trabalho investiga a relação que se estabeleceu entre o homem e o animal no pensamento das vanguardas européias no início do século XX, principalmente o surrealismo, além de considerar uma parte de suas bases históricas e de suas sobrevivências na contemporaneidade. Partindo do caso de Édipo e da Esfinge, e das diferentes percepções críticas que gerou (desde Freud até Jacques Lacan e Giorgio Agamben, este trabalho reflete sobre as estratégias de afirmação do discurso da razão e da verdade na cultura ocidental, alcançando, com isso, o projeto de revistas de vanguarda como Acéphale e Minotaure. A categoria de metamorfose, na articulação com outros casos, é utilizada para considerar as implicações críticas do questionamento das fronteiras entre o homem e sua animalidade.

  3. As várias formas de amar e o nosso trabalho ou sobre amores decentes e o nosso trabalho Las diversas formas de amar son nuestro trabajo The several ways of loving and our work

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Regina Souza Ramos

    2004-08-01

    Full Text Available O texto se propõe a refletir sobre duas novas expressões relativas ao trabalho: a expressão trabalho decente, situada em discursos e projetos de governo, e a expressão worklover, encontrada no espaço acadêmico e suas formas de divulgação. Com vistas a uma motivação e problematização inicial do tema de modo articulado ao contexto do cotidiano do trabalho de enfermagem, o texto se apóia na simbolização alegórica captada a partir de imagens e personagens do cinema ficcional, que estimulam a relação entre as experiências de amor e de trabalho como processo de autoreflexividade.El texto se propone reflexionar sobre dos nuevas expresiones relativas al trabajo: la expresión trabajo decente, situada en discursos y proyectos de gobierno, y la expresión worklover, encontrada en el espacio académico y sus formas de divulgación. Con vistas a una motivación y problematización inicial del tema de modo articulado al contexto del cotidiano trabajo de enfermería, el texto se apoya en la simbologia alegórica captada a partir de imagenes y ppersonajes del cine de ficción, que estimulan la relación entre las esperiencias de amor y de trabajo como proceso de autoreflexión.This text aims at proposing a reflection on two new work-related terms: decent work, used in speeches and government projects, and worklover, found in the academic space and its forms of divulgation. Aiming at an early motivation and problematization of the topic in connection with the nursing work day-to-day context, the text is supported by the allegorical symbolization captured in images and characters of fiction cinema, which encourage the relationship between love and work experiences as a self-reflection process.

  4. Efeitos do trabalho sobre a saúde de adolescentes Effects of work on the health of adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frida Marina Fischer

    2003-01-01

    Full Text Available O estudo analisa conseqüências do trabalho para as condições de vida, saúde e desenvolvimento psicossocial de adolescentes. Participaram do estudo 354 estudantes de 14 a 18 anos, do ensino médio, período noturno. A análise das representações foi realizada a partir da coleta de evocações livres. Os dados sobre sono foram obtidos por meio de questionários, sobre auto-percepções acerca das condições de vida e trabalho, sintomas de saúde e doenças. A análise de dados foi realizada com o software EVOC 2000 e SPSS. Constataram-se diferenças significativas na duração média de sono entre os adolescentes: os trabalhadores relataram menores médias de duração de sono. Entre os trabalhadores, referiram dormir menos os que sentem sono no trabalho e nas aulas, têm maiores exigências psicológicas no trabalho, ganham acima de 1 salário mínimo mensal, jornadas acima de 6 horas diárias ou acima de 20 horas semanais, trabalham em local barulhento e com presença de gases e vapores. As representações do trabalho entre os jovens apontam contradição entre o seu reconhecimento como valor moral positivo para o desenvolvimento psicossocial e a construção da identidade, e as conseqüências negativas decorrentes da exposição a cargas físicas e psicológicas precocemente.This study evaluated life and work conditions and their impact on the health and psychological development of adolescents. A number of 354 high school students, 14 to 18 years old, studying during evening period took part in this study. Data were collected using free evocation technique and questionnaires. Data on sleep during the weekdays were obtained using questionnaires, filled out by students regarding life and work conditions, health symptoms and illness. Data were analyzed with software EVOC 2000 for the social representations, and T-Student, ANOVA, Mann-Whitney e Kruskal-Wallis tests were employed for analyze health and sleep conditions. Differences were

  5. ARTESANATO: ENTRE PATRIMÔNIO E MERCADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriel Bilhalva Herrmann

    2016-12-01

    Full Text Available O presente trabalho busca estabelecer uma analise em relação a questão do artesanato, de como sofre modificações e interferências . Na qual no seu inicio tinha apenas valor utilitário, pois era produzido para suprir necessidades humanas. E com a revolução industrial foi relegada a marginalização, assim perdeu seu espaço para as máquinas. Mas logo com o intuito de criar identidades nacionais, começam as discussões em relação ao patrimônio. Dessa forma as concepções e ampliação sobre o seu conceito, propiciou grande valorização das diversidades culturais, assim como as técnicas artesanais. E a partir disso o artesanato passa a ser percebido como patrimônio, sendo visto e utilizado pelo turismo como fator de desenvolvimento econômico, dessa forma ocasionando um dilema entre estas técnicas artesanais de como se manter tradicionais, referência para a cultura e a identidade cultural. Ao mesmo tempo atender as necessidades do consumidor que se apresenta como turista, pois necessitam se adaptar para continuar sobrevivendo as mudanças do mercado

  6. CONSIDERAÇÕES SOBRE LAZER, TRABALHO E TEMPO LIVRE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz César Teixeira dos Santos

    2008-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é discutir o lazer a partir dos conceitos de trabalho e tempo livre. O tema é abordado com base em estudos recentes que tratam os assuntos relacionados ao lazer em uma perspectiva que sugere, mediante o crescente nível do desemprego em escala global, um aumento significativo do tempo livre do trabalhador. Rifkin (1995, ao tratar da questão do fim do emprego, aponta para um cenário onde milhares de trabalhadores se colocam favoráveis a uma maior disponibilidade para a família e o lazer, ainda que isso signifique uma redução dos níveis de renda. O mesmo autor, no entanto, descortina um sério problema para as futuras gerações, uma vez que, com o declínio das ofertas de emprego, um número maior de homens, sem trabalho (e em conseqüência disso, sem condições materiais tendem a uma situação de miserabilidade, onde a própria condição para o lazer se vê comprometida. Dessa forma, verifica-se que há uma potencialização para a prática do lazer que nem sempre se concretiza, pois as possibilidades para sua efetiva realização não se expandem em proporções similares ao aumento do tempo livre. A temática do lazer se insere ainda em um contexto onde o apelo ao consumo se tornou o principal protagonista da história do mundo contemporâneo. Por isso, o próprio lazer passou a ser visto como uma mercadoria em potencial e, enquanto tal, sujeito às frias e duras regras do mercado.

  7. O TEMPO, O TRABALHO E O SER SOCIAL PROFESSOR PESQUISADOR

    OpenAIRE

    Silva Junior, João dos Reis; Lucena, Carlos Alberto

    2014-01-01

    Este artigo tenta analisar o movimento da dimensão do tempo contemporâneo na sociedade capitalista. A existência da humanidade no presente e suas prerrogativas, utopias, sonhos e desejos aponta o desafio da percepção de um conceito de tempo como uma construção cultural de base materialista. Esses são pressupostos utilizados para uma crítica radical às condições de trabalho na Instituição Universitária Pública Brasileira. A mundialização da economia expressa pelo capital financeiro redefine o ...

  8. Usina do Trabalho do Ator: the recognition of an identity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Tejera Lisbôa

    2012-11-01

    Full Text Available This article describes the main points of the career of the theatre group UTA – Usina do Trabalho do Ator, by making a brief overview of its scenic achievements thus far. We also seek to recognize the more important characteristics of UTA, built and set up along this career, such as the plasticity and musicality of its achievements, dramaturgy itself, a result of the group’s experiments and improvisations, as well as a permanent and careful actor’s research, supported mainly by theatrical anthropology practices.

  9. Homeschooling: entre dois jusnaturalismos?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Roberto Jamil Cury

    Full Text Available Resumo Este artigo pretende tomar como alvo a tensão existente entre o direito à educação e o dever da família de colocar as crianças na escola. Essa tensão, no caso do movimento intitulado homeschooling, toma partido do direito e, neste sentido, questiona a obrigatoriedade. Dado o caráter genérico de determinadas Declarações Internacionais das quais o Brasil é signatário, há famílias pleiteando a possibilidade de educação escolar doméstica. Para tanto, podem-se buscar dois fundamentos do movimento. Uma vertente do movimento se apoia tanto na liberdade de ensino, quanto no direito da família pelo qual cabe a ela escolher que tipo de escola quer para seus filhos e que tipo de educação quer para eles. Procura cumprir, suo modo, a obrigatoriedade escolar em casa, já que se trata de um mandamento legal. Outra se apoia na liberdade de ensino, contestando a obrigatoriedade nos termos legais estabelecidos pelo Estado. Ao colocar o direito da família ou a liberdade como prévios a qualquer obrigação advinda do Estado, este movimento parece retomar, como fundamento de sua argumentação, ao menos de modo amplo, a tese ou as teses do jusnaturalismo, seja ele pela vertente medieval, ou pela moderna. Justificar as razões dessa obrigatoriedade e insistir na importância do ensino obrigatório na faixa etária prevista em lei, com a devida presença dos alunos em instituições próprias de ensino presencial, é próprio do dever do Estado. É dessa tensão que este artigo se ocupa.

  10. Confederação Católica do Trabalho: práticas discursivas e orientação católica para o trabalho em Belo Horizonte (1919-1930

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deivison Gonçalves Amaral

    2009-05-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo será de analisar a atuação da Confederação Católica do Trabalho junto aos trabalhadores de Belo Horizonte, entre 1919 e 1930. Para tanto, são consideradas a prática discursiva católica, a luta por direitos e por melhores condições de vida e a mediação dos conflitos entre capital e trabalho. A entidade, orientada pela encíclica Rerum Novarum, foi a difusora do catolicismo junto aos trabalhadores de Belo Horizonte. A metodologia da análise do discurso é utilizada com o objetivo de perceber o papel das práticas discursivas católicas e a inserção do catolicismo entre os trabalhadores de Belo Horizonte. As fontes nucleares da pesquisa são O Operário e os Annaes do Conselho Deliberativo de Bello Horizonte. Críticas comumente feitas que atribuem a esse tipo de ação reformista a responsabilidade por um movimento operário pouco autônomo ou "amarelo" são contrariadas. Tentamos demonstrar que a estratégia sindical reformista católica buscou atender às demandas urgentes dos trabalhadores: jornada de oito horas, descanso dominical e habitações.  Palavras-chave: Reformismo; Discurso católico; Catolicismo e trabalho. Abstract This article analyzes the performance of the Catholic Labor Confederation with workers in Belo Horizonte between 1919 and 1930. For such, it focuses on the Catholic discourse practice, the struggle for rights and better conditions of life, and the mediation of conflicts between capital and labor, with basis on Pope Leo XIII's encyclical Rerum Novarum, which diffused Catholicism among Belo Horizonte workers. The discourse analysis methodology aims at grasping the role of Catholic discourse practice and the penetration of Catholicism among those workers. The research sources are O Operário ("The worker" and the Annaes do Conselho Deliberativo de Bello Horizonte ("Annals of the Belo Horizonte Deliberative Council". Criticism attributing to that kind of reformist action the

  11. Escolaridade e inserção no mercado de trabalho de indivíduos nascidos com fissura labiopalatina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Maria Trezza

    2016-10-01

    Full Text Available A fissura labiopalatina é uma malformação congênita de elevada prevalência no Brasil e sua etiopatogenia é complexa. Seu tratamento necessita de abordagem interdisciplinar em razão das implicações físicas, psicológicas e sociais que comportam os problemas decorrentes. Os quadros com envolvimento do palato são os de mais difícil solução, de maior risco de sequelas estéticas e de comunicação, com risco de exclusão social, inclusive no trabalho. Objetivo: analisar a inserção de indivíduos nascidos com fissura labiopalatina no mercado de trabalho, sua trajetória escolar e nível de educação formal. Método: o presente trabalho é de caráter qualiquantitativo, do tipo exploratório e descritivo. A amostra foi composta dos prontuários clínicos de 98 indivíduos fissurados adultos (18 anos ou mais, de ambos os gêneros, acompanhados em associação especializada da cidade de Maringá, Estado do Paraná, Brasil. Resultados: os resultados indicam um nível de repetência superior à média nacional e ocupação em atividades e renda inferiores ao nível de competência de acordo com a formação escolar. Não foi encontrada correlação entre o nível de sequela e a escolaridade, o trabalho e a renda. Houve correlação entre o tipo de fissura e o nível de sequela. Considerações finais: a maioria dos fissurados estudados está colocada em empregos inferiores aos seus níveis de escolaridade.

  12. Satisfação no serviço público: um estudo na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Ceará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isac de Freitas Brandão

    Full Text Available A satisfação no trabalho é vista como um aspecto que, quando presente, motiva os empregados, e afeta positivamente a produtividade destes. Nesta perspectiva, o presente estudo buscou identificar os fatores preponderantes para satisfação no trabalho na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/CE, à luz da teoria bifatorial de Herzberg (1997. Foi realizada uma survey com três grupos distintos de agentes públicos: auditores fiscais do trabalho, servidores administrativos e estagiários. Os dados foram analisados por meio de métodos quantitativos e análise de conteúdo. O questionário continha uma escala de satisfação tipo Likert de cinco pontos, versando sobre o nível de satisfação dos pesquisados, com cinco fatores motivacionais e seis fatores higiênicos, além de duas perguntas abertas sobre outros aspectos relativos à satisfação ou insatisfação dos respondentes com o trabalho. Os resultados revelaram que os fatores motivacionais que predominaram na geração da satisfação nos três grupos investigados foram a realização profissional, as atividades desempenhadas e a responsabilidade atribuída. Entre os fatores higiênicos, os servidores e estagiários do Ministério do Trabalho e Emprego mostraram-se mais satisfeitos, de forma geral, com a supervisão e com os relacionamentos interpessoais. Estes resultados corroboram pesquisas anteriores realizadas em outras entidades governamentais. Adicionalmente, análises de correlação e testes não paramétricos mostraram que as características do perfil do respondente podem influenciar na satisfação com alguns fatores motivacionais e higiênicos analisados.

  13. A precarização e a divisão internacional e sexual do trabalho Precariousness and the international and sexual division of labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Hirata

    2009-06-01

    Full Text Available A partir da referencia às pesquisas francesas sobre a questão da precarização do trabalho das mulheres, o artigo propõe alguns indicadores de trabalho precário, analisa os grupos sociais mais atingidos pelo trabalho precário e mostra a relação entre a vulnerabilidade crescente do emprego feminino e o processo de globalização. Algumas questões de atualidade social e cientifica, como a bi-polarização do emprego feminino e o crescimento da migração internacional das mulheres são a seguir estudadas, assim como as características do trabalho atual em que a precarização do emprego é concomitante à intensificação do trabalho e à flexibilização. Enfim, são analisados os pontos de vista que levam à legitimação social e científica desse processo de precarização do trabalho, e as alternativas a esse processo, provindas tanto dos juristas quanto dos movimentos sociais.The article examines the French researches on the precariousness of women's work, proposes some indicators of precarious employment, analyzes the most affected social groups, and demonstrates the relationship between the increasing vulnerability of women's employment and the process of globalization. Some current social and scientific issues, such as the bipolarization of female employment and the increase in international migration of women are examined in the paper, as well as the current characteristics of work, wherein precariousness is concomitant with intensification of work and flexibilization. To conclude, the author considers the views that lead to the social and scientific legitimacy of this process of precarious employment, and the alternatives to this process, provided both by jurists and social movements.

  14. Social representations of work for hospital professionals Representações sociais do trabalho por profissionais de um hospital de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alex Silva Saraiva

    2007-06-01

    Full Text Available Social representations of work were identified and analyzed in a hospital in the state of Minas Gerais. In a qualitative approach, a case study was made and, while not using a probabilistic intentional sample, 21 professionals were interviewed with a semi-structured script about work. Although there are methodological limitations to inductive thought beginning with a case study, analysis of interviews revealed social representations of work for hospital workers, especially regarding management of work, professional vocation and job satisfaction and interpersonal and professional relationships between levels of hierarchy. We concluded that only after social representations of work are well understood by human beings can organizations offer more satisfactory and productive environments.Neste trabalho identificam-se e analisam-se as representações sociais do trabalho por profissionais da área hospitalar. Sob uma perspectiva qualitativa, um estudo de caso foi conduzido em um Hospital mineiro, no qual, mediante procedimentos amostrais não probabilísticos intencionais, foram entrevistados 21 profissionais por meio de um roteiro semi-estruturado de abordagem. Não obstante haver limitações metodológicas para raciocínios indutivos a partir de um estudo de caso, a análise das entrevistas demonstrou as representações sociais do trabalho por trabalhadores de hospitais, especialmente no que diz respeito a Vocação Profissional e Satisfação com o Trabalho, Relacionamentos Interpessoais e Profissionais entre Superiores e Subordinados Hierárquicos, e Gestão do Trabalho no hospital. Conclui-se que somente a partir da compreensão das representações sociais do trabalho pelo ser humano as organizações podem se tornar ambientes mais satisfatórios e produtivos.