WorldWideScience

Sample records for terpolimero acrilonitrila butadieno

  1. Principais copolímeros elastoméricos à base de butadieno utilizados na indústria automobilística The most important butadiene based elastomers employed in the automotive industry

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tereza C. J. Rocha

    2007-12-01

    Full Text Available Copolímeros elastoméricos à base de butadieno são amplamente utilizados na indústria automobilística. Dentre esses destacam-se os copolímeros de butadieno-estireno (SBR e butadieno-acrilonitrila (NBR. O SBR apresenta maior importância comercial, devido a sua aplicação na produção de pneus. Quando SBR é utilizado juntamente com o homopolímero de butadieno BR-alto cis, excelentes propriedades são obtidas para sua aplicação na banda de rodagem de pneus. O copolímero elastomérico NBR é empregado em artefatos em que é necessária boa resistência a solventes orgânicos e a óleos. Nos últimos anos, as empresas automobilísticas e produtoras de pneumáticos vêm se preocupando com o meio-ambiente e, conseqüentemente, têm investido em novos processos de síntese, mais limpos, para a produção desses elastômeros. Assim, o objetivo deste artigo é apresentar uma revisão sobre dois importantes copolímeros elastoméricos à base de butadieno, SBR e NBR, abordando os processos de síntese, características principais, processamento e aplicações.Elastomer copolymers based on butadiene are widely applied in the automotive industry. Among those copolymers the most important ones are styrene-butadiene (SBR and nitrile-butadiene (NBR. SBR presents higher commercial interest, due to its application in the tire production. When SBR is mixed with high cis-1,4 polybutadiene, excellent properties are attained for application on the pneumatics treads. NBR can be used in a wide variety of application areas requiring oil, fuel, and chemical resistance. In the last years, the automotive and pneumatic industries have been increasingly concerned with environmental issues, and have invested in synthesis processes for elastomers that are less aggressive to the environment. Thus, the purpose of this article is to present a review on two important butadiene elastomer copolymers, SBR and NBR, with emphasis on the polymerization processes. The main

  2. Estudio y análisis de los polímeros derivados del estireno-butadieno

    OpenAIRE

    Juárez Varón, David; Balart Gimeno, Rafael Antonio; Ferrándiz Bou, Santiago; García Sanoguera, David

    2013-01-01

    [EN] This article aims to study and analyze polymers derived from styrene-butadiene, known as SBR rubber, being the most widely used worldwide and having replaced almost entirely natural rubber, identifying their properties, classification, applications and possible additives [ES] El presente artículo tiene como objetivo el estudio y análisis de los polímeros derivados del estireno-butadieno, más conocidos como cauchos SBR, siendo los más utilizados a nivel mundial y habiendo s...

  3. Principais aspectos da polimerização do 1,3-butadieno Principles aspects of butadiene 1,3 polymerization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise S. S. Nunes

    2005-11-01

    Full Text Available Atualmente, há uma grande demanda pelo polibutadieno com alto teor de unidades 1,4-cis, devido às suas excelentes propriedades físicas, tais como alta resistência à abrasão, baixo desenvolvimento de calor, baixa resistência ao rolamento, maior resistência à tensão, alta resistência à fadiga, baixa histerese e alta resistência à fratura. Tais características fazem com que esse elastômero seja cada vez mais utilizado na indústria pneumática. Assim, este trabalho apresenta uma breve revisão sobre a polimerização do 1,3-butadieno com diferentes sistemas catalíticos, sendo os sistemas à base de lantanídeos o principal foco desta revisão, pois esses sistemas são os mais estereoespecíficos para a polimerização 1,4-cis do butadieno.Nowadays, there is a great demand for polybutadiene with high contents of cis groups owing to its excellent physical properties, such as high abrasion resistance and low heat build up. These characteristics make this elastomer one of the most used in pneumatic industry. Thus, this paper presents a brief review about the 1,3-butadiene polymerization by different catalysts systems, with the systems based on lanthanides being the main focus, as they are the most stereospecific for cis-1,4 polymerization of butadiene.

  4. Caraterização composicional do AES - um copolímero de enxertia de poli(estireno-co-acrilonitrila em poli(etileno-co-propileno-co-dieno Compositional characterization of AES a graft copolymer based on poly(styrene-co-acrylonitrile and poly(etyhlene-co-propylene-co-diene

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Turchet

    2006-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é a caracterização do AES, um copolímero de enxertia de poli(estireno-co-acrilonitrila, SAN, em poli(etileno-co-propileno-co-dieno, EPDM. Para tanto, o AES foi submetido à extração seletiva de seus componentes: o SAN livre, o EDPM livre, e o copolímero de enxertia EPDM-g-SAN. O AES e suas frações foram caracterizados por espectroscopia de infravermelho, análise elementar, calorimetria diferencial de varredura e ressonância magnética nuclear, RMN¹H e RMN13C. O AES analisado apresenta a seguinte composição em massa: 65% de EPDM-g-SAN, 13% de EPDM livre e 22% de SAN livre. O EPDM apresenta 69,8% em massa de etileno, 26,5% em massa de propileno e 4,6% em massa do dieno, 2-etilideno-5-norboneno, ENB. O SAN apresenta razão em massa acrilonitrila/estireno de 28/72 e distribuição randômica de comonômeros de estireno e acrilonitrila. Estes resultados são concordantes com a composição do AES fornecida pelo fabricante, indicando que a metodologia proposta é adequada.This work aims the characterization of AES, a graft copolymer based on poly(styrene-co-acrylonitrile, SAN, and poly(etyhlene-co-propylene-co-diene, EPDM. AES was submitted to selective extraction of its components: free SAN, EPDM chains and the graft copolymer EPDM-g-SAN. AES and its fractions were characterized by infrared spectroscopy, elemental analysis, differential scanning calorimetry, 13C and ¹H nuclear magnetic resonance. The AES has 65 wt % of EPDM-g-SAN, 13 wt % of free EPDM and 22 wt % of free SAN. EPDM has 69.8 wt % of ethylene, 26.5 wt % of propylene and 4.6 wt % of diene, 2-ethylidene-5-norbonene ENB. SAN presents acrylonitrile/styrene mass ratio of 28/72 and a random distribution of acrylonitrile and styrene comonomers. These results are in agreement with the composition reported by the AES supplier, indicating that the proposed methodology is adequate.

  5. Avaliação das condições de envelhecimento do sistema catalítico versatato de neodímio/hidreto de di-isobutilalumínio/cloreto de t-butila na polimerização de 1,3-butadieno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neusa Maria Tocchetto Pires

    2014-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estudar sistemas catalíticos ternários constituídos por versatato de neodímio, cloreto de t-butila e hidreto de di-isobutil-alumínio para a polimerização de 1,4-cis de butadieno em hexano. Foi investigado o efeito do envelhecimento natural do catalisador (1 a 60 dias a 8,5°C sobre a conversão, a atividade catalítica e a micro- e macroestrutura do polibutadieno. Foi estudado também o efeito do envelhecimento forçado (40°C, das diferentes fases do preparo do catalisador sobre as características da polimerização e do polímero sintetizado. Os polímeros foram caracterizados por cromatografia de exclusão por tamanho (SEC, espectroscopia na região do infravermelho (FT-IR, viscosimetria em solução e no estado fundido. O envelhecimento forçado das diferentes fases do catalisador (F1, F2, F3 e F4 afetou a conversão e a atividade catalítica de maneiras distintas. Os resultados de conversão e atividade catalítica mostraram que a fase mais afetada pelo envelhecimento forçado a 40°C foi a F1, etapa em que o versatato de neodímio é adicionado à solução de hidreto de di-isobutil-alumínio (Catalisador 447. A microestrutura não se alterou com o envelhecimento natural do catalisador enquanto que a macroestrutura mostrou dependência desta variável. Foi observado um ligeiro aumento na conversão e na atividade catalítica à medida que o tempo de envelhecimento do catalisador aumentou de 1 para 10 dias.

  6. Caracterização de artefatos elastoméricos obtidos por revulcanização de resíduo industrial de SBR (copolímero de butadieno e estireno Characterization of elastomeric artifacts obtained by revulcanization of SBR industrial waste (Styrene-butadiene Rubber

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Weber

    2011-01-01

    Full Text Available A reciclagem de resíduos de borracha é de extrema importância nos dias de hoje, tanto em relação aos impactos ambientais quanto à conservação de energia. Considerando que a maioria dos trabalhos publicados atualmente se refere à reciclagem de pneus, o objetivo deste trabalho foi desenvolver e caracterizar formulações contendo um tipo de resíduo industrial, proveniente da fabricação de perfis automotivos, à base de copolímero de butadieno e estireno (SBR para possível aplicação na própria empresa. As composições foram preparadas e caracterizadas pela determinação das propriedades térmicas (calorimetria diferencial de varredura, reológicas (analisador de processamento de borracha, reométricas (reômetria de disco oscilatório, mecânicas (resistência à tração e ao rasgamento, químicas (densidade de ligações cruzadas e morfológicas (microscopia eletrônica de varredura. Os resultados obtidos para as composições foram comparados aos de uma amostra controle, de mesma composição, que foi fornecida pela empresa geradora do resíduo de SBR. Os resultados mecânicos indicaram que o processo de revulcanização proposto foi efetivo. Os valores dos parâmetros de tensão na ruptura e resistência ao rasgamento foram de 70 e 50%, respectivamente, em relação aos valores encontrados para a amostra controle, indicando a possibilidade do uso desse resíduo em artefatos de menor exigência técnica.The recycling of waste rubber has very important significances, such as protection of the environment and conservation of energy. Considering that most of published works concerning this subject are about tire recycling, the objective of this work was to develop and characterize formulations containing a type of industrial waste, from the manufacture of automotive profiles, based on styrene-butadiene rubber (SBR for possible application in the industry. The compositions were formulated and characterized by thermal (differential

  7. Reciclagem de carcaças de monitores: propriedades mecânicas e morfológicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adjanara P. Gabriel

    2013-01-01

    Full Text Available A substituição da tecnologia CRT (cathode ray tube utilizada em televisores e monitores, há mais de 60 anos, pelas novas tecnologias de Plasma, LCD (liquid crystal display e LED (light-emitting diode tem gerado grande quantidade de resíduos. Não existem estatísticas oficiais da quantidade de resíduos gerados no Brasil, contudo, para alguns países, como os EUA, a China e Taiwan, estimam-se descartes anuais de 3,2 milhões, 5 milhões e 1 milhão de televisores e monitores, respectivamente. Os monitores são compostos por polímeros, metais e cerâmicas, incluindo alguns materiais tóxicos. Este trabalho está focado na caracterização e reciclagem da carcaça polimérica dos monitores CRT. Foram coletados monitores danificados ou obsoletos e as carcaças foram separadas por marca, caracterizadas, cominuídas e injetadas para obter corpos de provas para os ensaios mecânicos. A caracterização mostrou que as carcaças, independentemente da marca, utilizam o mesmo material polimérico, o ABS (Acrilonitrila Butadieno Estireno. Os resultados dos ensaios mecânicos apresentaram variações nas diferentes marcas, provavelmente por possuírem composições diferenciadas. Esta variação também foi verificada analisando a superfície de fratura dos corpos de prova após o ensaio de tração. Com base nos resultados pode-se concluir que o material reciclado apresentou desempenho mecânico satisfatório, viabilizando tecnicamente a sua reciclagem.

  8. Determinação de temperatura de transição dúctil-frágil de plásticos através de testes de impacto instrumentado Determination of the brittle-ductile transition temperature in plastics by intrumented impact test 76

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos A. Correa

    1999-01-01

    Full Text Available Nesse trabalho é realizada uma análise descritiva do teste de impacto tipo Izod instrumentado e são mostradas suas vantagens em relação ao impacto convencional na obtenção de diagramas de força e energia de fratura em tempo-real. Estes diagramas além de fornecerem dados do material em termos de sua resistência ao impacto tradicional, contém informações detalhadas sobre os mecanismos de fratura e as principais características apresentadas durante a propagação da trinca no corpo de prova. A medida da variação da resistência ao impacto com a temperatura pode ser utilizada como uma forma de se determinar a existência de transições dúctil-frágeis ou alternativamente a suscetibilidade de materiais poliméricos à concentração de tensões, i.e., profundidade e raio da extremidade do entalhe. As curvas de carga e energia, obtidas à várias temperaturas, são utilizadas na determinação de parâmetros do material e da temperatura de transição dúctil-frágil de um copolímero de acrilonitrila-butadieno-estireno (ABS. A análise da superfície de fratura por microscopia eletrônica de varredura, (MEV permitiu a correlação da forma das curvas de impacto com o modo de fratura observado e detalhes da microestrutura do material.The present work intends to point out some of the advantages of using instrumented impact testing over conventional non-instrumented methods in the failure analysis of plastics. In this method, force-displacement diagrams are obtained in "real-time" and used to calculate partial energies of initiation and complete fracture of the specimens. The diagrams yield important information on fracture mechanisms and main characteristics of the failure process. Variations of impact energy with temperature can be used in the determination of brittle-ductile transitions or alternatively for evaluation of material susceptibility to stress concentrations, i.e. depth and crack tip radii. The load and energy diagrams

  9. Compatibilização de blendas de poliamida 6/ABS usando os copolímeros acrílicos reativos MMA-GMA e MMA-MA. Parte 1: Comportamento reológico e propriedades mecânicas das blendas Compatibilization of polyamide 6/ABS blends using MMA-GMA and MMA-MA reactive acrylic copolymers. Part 1. Rheological and mechanical properties of blends

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edcleide M. Araújo

    2003-07-01

    Full Text Available A poliamida 6 (PA6 é um polímero semicristalino de grande aplicação na engenharia e que apresenta instabilidade no processamento e baixa resistência ao impacto sob entalhe. A incorporação do ABS (acrilonitrila-butadieno-estireno como modificador de impacto da PA6, pode melhorar estas propriedades. Entretanto, como esta mistura é imiscível e incompatível, torna-se necessária a incorporação de um terceiro componente que promova a interação destas duas fases imiscíveis. Este estudo analisa a influência dos copolímeros MMA-GMA (metacrilato de metila-metacrilato de glicidila e MMA-MA (metacrilato de metila-anidrido maléico como compatibilizantes de blendas PA6/ABS. Estes copolímeros apresentam miscibilidade com a fase SAN do ABS, devido à presença do PMMA, e têm também os grupos funcionais éster e anidrido capazes de reagir com os grupos terminais, presentes na PA6. As blendas PA6/ABS/MMA-MA apresentaram excelente desempenho sob impacto, permanecendo dúcteis em temperaturas subambiente e super-tenazes na temperatura ambiente.Polyamide 6 (PA6 is a semicrystalline polymer suitable to be used in engineering applications with a number of advantages, but its processing instability and relatively low impact strength are limiting aspects. The addition of acrylonitrile-butadiene-styrene (ABS as an impact modifier to PA6 can improve these properties. However, this blend is immiscible and incompatible, hence the use of an adhesion promoter is necessary to improve the interfacial interaction between the phases. This study focuses on the influence of poly(methyl methacrylate-co-glycidyl methacrylate (MMA-GMA and poly(methyl methacrylate-co-maleic anhydride (MMA-MA copolymers as compatibilizers for PA6/ABS blends. These copolymers are miscible with SAN phase of ABS due to the presence of PMMA and they have also the esther and anhydride functional groups capable of reacting with polyamide end groups. PA6/ABS/MMA-MA blends showed an

  10. Efeito da sequência de mistura nas propriedades de blendas PA6/ABS compatibilizadas com o copolímero SMA Effect from the blending sequence on the properties of PA6/ABS blends compatibilized with SMA copolymer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda D. de Oliveira

    2011-01-01

    Full Text Available Blendas de poliamida 6 (PA6 com acrilonitrila-butadieno-estireno (ABS foram preparadas em uma extrusora de rosca dupla, utilizando-se o copolímero estireno-anidrido maleico (SMA, com 7% de anidrido maleico, como compatibilizante. O efeito de três sequências de mistura na microestrutura e propriedades das blendas foi estudado. A morfologia e as propriedades mecânicas dos materiais foram caracterizadas por microscopia eletrônica de transmissão (MET e testes de resistência ao impacto e módulo de elasticidade, respectivamente. Os resultados mostraram que a morfologia e propriedades mecânicas das blendas ternárias foram bastante diferentes e dependem da sequência de mistura. A blenda preparada pela mistura simultânea de todos os componentes, em uma única extrusão, apresentou melhor tenacidade. Por outro lado, quando o ABS e o SMA foram misturados juntos em uma primeira extrusão, antes da incorporação da PA6 em uma segunda extrusão, o valor da resistência ao impacto encontrado foi menor que o da matriz PA6 e da blenda sem compatibilizante PA6/ABS. Evidências de reações químicas entre o compatibilizante SMA e a matriz PA6 também foram investigadas através de reometria de torque.Blends of polyamide 6 (PA6 with acrylonitrile-butadiene-estyrene (ABS were prepared in a twin-screw extruder, using the styrene-maleic anhydride (SMA copolymer containing 7% of maleic anhydride as compatibilizer. The effects from three blending sequences on the microstructure and properties of the blends were investigated. The morphology and mechanical properties of the materials were characterized by transmission electron microscopy and tensile and impact tests. The results showed that the morphology and mechanical properties of ternary blends depend on the sequence of blend preparation. The blend prepared using the mixture of all components in a single-pass extrusion showed the more significant improvement in the material toughness. However, when the

  11. Influência das condições de processamento na obtenção de blendas PBT/ABS Influence of the processing parameters during preparation of PBT/ABS blends

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José D Ambrósio

    2010-01-01

    Full Text Available Foram desenvolvidos dispositivos para obtenção de fitas extrudadas de blendas poli(tereftalato de butileno/terpolímero acrilonitrila-butadieno-estireno (PBT/ABS, que serviram para correlacionar diretamente as condições de preparação destas blendas em extrusoras com rosca dupla corotacional e interpenetrante (ERDCI com as suas propriedades. Quando compatibilizada com terpolímero reativo metacrilato de metila-co-metacrilato de glicidila-co-acrilato de etila (MGE, a blenda ternária PBT/ABS/MGE apresentou maior viscosidade, menor entalpia de fusão e menor temperatura de transição frágil dúctil (TTFD que a blenda binária PBT/ABS, devido possivelmente à reação do grupo epóxi do MGE com os terminais de cadeias do PBT. A blenda compatibilizada e processada com velocidade de rotação das roscas de 120 rpm apresentou maior viscosidade, menor entalpia de fusão e melhores propriedades de resistência ao impacto que aquela processada a 240 rpm. A maior velocidade de rotação das roscas pode ter degradado os componentes da blenda. A taxa de alimentação foi a variável de processo que mais influenciou nas propriedades da blenda, pois a taxa de 3,5 kg/h deteriorou completamente as propriedades de impacto, reduziu a viscosidade e aumentou a entalpia de fusão, quando comparada com a taxa de 7,0 kg/h. A deterioração das propriedades de impacto foi atribuída ao maior tempo de residência da blenda na ERDCI, que submeteu a blenda ao cisalhamento e à temperatura por mais tempo, causando degradação dos componentes da blenda.In order to correlate processing conditions in intermeshing co-rotational twin-screw extrusion (ICTSE and properties of PBT/ABS blends, devices have been developed to obtain extruded strips from PBT/ABS blends. The PBT/ABS blend compatibilized with reactive copolymer methyl methacrylate- glycidyl methacrylate (MGE has shown higher viscosity, lower heat of fusion and lower ductile-brittle transition temperature (DBTT

  12. Avaliação da degradação térmica e fotooxidativa do ABS para fins de reciclagem Evaluation of thermal and photo-oxidative ABS degradation with recycling purposes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabete Maria Saraiva Sanchez

    2003-07-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objetivo avaliar a degradação térmica e fotooxidativa do terpolímero poli (acrilonitrila-butadieno-estireno, ABS, utilizado em componentes internos de automóveis. Corpos de prova de ABS moldados por injeção foram submetidos ao envelhecimento térmico, segundo a norma ASTM D794, e ao envelhecimento fotooxidativo segundo as normas ASTM G24 e G53. As amostras envelhecidas foram submetidas às análises dinâmico-mecânica, e microscópicas por microscopia de força atômica no modo não contato. Os resultados mostraram que as transições, tanto da fase vítrea quanto da fase elastomérica na superfície do ABS, são afetadas pela degradação. As áreas dos picos das curvas de módulo de perda em função da temperatura relativos às transições vítreas do ABS foram correlacionadas ao alongamento na ruptura, em função do tempo e tipo de envelhecimento. As propriedades mecânicas são influenciadas de forma mais acentuada pela extensão da degradação da matriz. O método de envelhecimento ASTM G24 mostrou-se mais agressivo que o G53, seja para a fase BR ou para a fase SAN. As imagens microscópicas mostraram que os diferentes envelhecimentos provocaram diferentes variações na rugosidade das superfícies. Amostras fotooxidadas, com perda de alongamento maior que 50%, foram reprocessadas e mostraram uma recuperação superior a 90% nessa propriedade.The aim of this work is the evaluation of thermal and photo-oxidative degradation of the terpolymer acrylonitrile-butadiene-styrene, ABS, used in internal automotive components. Injection molded specimens were aged by ASTM D794, ASTM G24 and ASTM G53 standards. The aged test specimens were studied by means of dynamic mechanical analysis and non-contact atomic force microscopy. The results revealed that the transitions of the glass and rubber phases were affected by the degradation. The area under linear loss modulus-temperature curves was related to tensile properties

  13. Redução e substituição do ácido crômico na etapa de condicionamento de ABS para metalização Reduction and replacement of chromic acid in step-conditioning of ABS for metallization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Kurek

    2009-01-01

    Full Text Available Na etapa de condicionamento de peças em acrilonitrila-butadieno-estireno (ABS, geralmente, são empregadas soluções sulfocrômicas, resultando na geração de efluentes altamente tóxicos e ambientalmente poluentes. Este trabalho apresenta resultados do estudo do emprego de soluções condicionantes visando à redução e substituição do ácido crômico. O condicionamento das amostras foi realizado em banhos contendo soluções de ácido crômico e ácido sulfúrico, permanganato de potássio e ácido fosfórico, e ácido sulfúrico, ácido fosfórico e dicromato de potássio, variando-se concentração, tempo de imersão e temperatura. A morfologia e estrutura da superfície das amostras foram analisadas por microscopia eletrônica de varredura (MEV, rugosidade e espectroscopia no infravermelho (FITR/ATR e a qualidade da adesão metálica após cromagem foi avaliada por inspeção visual, testes de adesão e de corrosão por exposição à névoa salina. Os resultados mostraram que o condicionamento químico ocasionou remoção dos componentes do ABS na superfície das amostras, provocando modificações como rugosidade e formação de poros, cavidades e reentrâncias, que influenciaram na adesão e foram dependentes da solução e das condições empregadas. O ácido crômico pode ser empregado em concentrações menores que a solução padrão (400 g.L-1 e soluções isentas deste foram eficientes na modificação da superfície e adesão metálica.In step-conditioning (etching of acrylonitrile-butadiene-styrene (ABS terpolymer, use is generally made of sulfuric/chromic acid solutions resulting in the generation of highly toxic, environmentally polluting waste. The present work reports the results of a study of reduction and replacement of chromic acid from the etching solution. The samples conditioning was carried out in baths containing solutions of chromic and sulfuric acids, potassium permanganate and phosphoric acid, and sulfuric

  14. Compatibilização de blendas de poliamida 6/ABS usando os copolímeros acrílicos reativos MMA-GMA e MMA-MA. Parte 2: Comportamento termomecânico e morfológico das blendas Compatibilization of Polyamide 6/ABS blends using MMA-GMA and MMA-MA reactive acrylic copolymers. Part 2. Thermal-mechanical and morphological behavior of blends

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edcleide M. Araújo

    2004-03-01

    Full Text Available Blendas poliméricas de poliamida 6 (PA6 com acrilonitrila-butadieno-estireno (ABS foram preparadas em extrusora de rosca dupla, utilizando-se os copolímeros metacrilato de metila - metacrilato de glicidila (MMA-GMA e metacrilato de metila-anidrido maléico (MMA-MA como agentes de compatibilização. O ABS, por si só, não foi capaz de tenacificar a PA6, apresentando uma morfologia de fases com grandes e pequenos aglomerados na matriz PA6. A introdução do copolímero MMA-GMA, como compatibilizante do sistema, não melhorou significativamente as propriedades de impacto da blenda PA6/ABS. As fotomicrografias obtidas por microscopia eletrônica de transmissão (MET indicaram uma morfologia com duas populações distintas de ABS: aglomerados e pequenas partículas dispersas, resultando em uma distribuição não-uniforme de domínios de ABS. A blenda compatibilizada com MMA-MA foi supertenaz (> 800 J/m na temperatura ambiente e em baixas temperaturas (~ -10 °C, com baixas concentrações de compatibilizante e baixos teores de MA no copolímero. As blendas PA6/ABS compatibilizadas com MMA-MA apresentaram uma morfologia de partículas bem dispersas e adequadamente distribuídas na matriz, evidenciando a presença efetiva do copolímero como agente de compatibilização reativo deste sistema.Blends of Polyamide 6 (PA6 with acrylonitrile-butadiene-styrene (ABS were prepared in a corotating twin-screw extruder, using the poly(methyl methacrylate-co-glycidyl methacrylate (MMA-GMA and poly(methyl methacrylate-co-maleic anhydride (MMA-MA copolymers as compatibilizing agents. The ABS by itself was not capable to toughen PA6 and showed a phase morphology with large and small agglomerates in the PA6 matrix. The introduction of MMA-GMA copolymer as a compatibilizing agent in the system did not significantly improve the impact properties of PA6/ABS blend. Transmission electron microscope (TEM photomicrographs indicated a morphology with two distinct

  15. Epoxidação de borrachas SBR: obtenção e avaliação de propriedades

    OpenAIRE

    Cesar Pedrini Neto

    1999-01-01

    A borracha de estireno-butadieno, SBR, é uma das borrachas mais utilizadas em aplicações industriais. Diferentes tipos de borrachas SBR podem ser obtidas pela variação das proporções entre os monômeros de butadieno e estireno ou pela variação da microestrutura das unidades de butadieno. A borracha SBR, por ser um polímero apoiar, apresenta desvantagens como baixa resistência a óleos e ao envelhecimento. Para melhorar-se algumas destas propriedades, a estrutura química da cadeia principal pode...

  16. Polimerização 1,4 - cis de butadieno com o sistema catalítico tetracloreto de titânio/triisobutilalumínio/iodo 1,4 cis-Polymerization of butadiene by the catalyst system titanium tetrachloride/triisobutylaluminium/iodine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neusa M. T. Pires

    2000-12-01

    Full Text Available Foi utilizado o sistema catalítico tipo Ziegler-Natta modificado, constituído por TiCl4/I2/Al(i-Bu3 para a síntese de polibutadieno com alto teor de unidades 1,4-cis. Foi estudada a influência da variação da composição do sistema catalítico e da temperatura reacional na atividade catalítica, no massa molar e na microestrutura do polibutadieno. Os polímeros foram caracterizados por espectroscopia na região do infravermelho, cromatografia por exclusão por tamanho e calorimetria diferencial de varredura. Foi obtido polibutadieno com até 92% de unidades 1,4-cis e baixo teor de gel. A massa molar ponderal média variou, com a composição do sistema catalítico e com a temperatura reacional, na faixa de 3 a 50 x 10(4 e a polidispersão variou na faixa de 1,8 a 3,3. A atividade catalítica máxima foi obtida para as razões molares Al/Ti = 5 e I2/Ti = 2.A modified Ziegler-Natta type catalytic system consisting of TiCl4/I2/Al(i-Bu3 was used to produce polybutadiene with high content of 1,4-cis repeating units. The influence of the catalytic system composition and temperature on the catalyst activity, molecular weight and microstructure of the polybutadiene was studied. The polymers were characterized by infrared spectroscopy and size exclusion chromatography. Polybutadiene with up to 92% of 1,4-cis repeating units and low gel content was produced. The polymer molecular weight was dependent on the catalytic system composition and reaction temperature. The weight-average molecular weight varied from 3 to 50 x 10(4; the molecular weight distribution was low, ranging, from 1.8 to 3.3. The maximum catalytic activity was achieved at molar ratios Al/Ti = 5 and I2/Ti = 2.

  17. Comparative study of the monomer grafting: ethylene, acetylene, 1,3-butadiene and estyrene in the matrix of recycled polytetrafluoroethylene (PTFE); Estudo comparativo da enxertia dos monomeros: etileno, acetileno, 1,3-butadieno e estireno na matriz de politetrafluoroetileno (PTFE) reciclado

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Ikari, Carolina T.; Rosner, Gerhardyne O.; Oliveira, Ana C.F. [Instituto de Pesquisas Energeticas e Nucleares (IPEN/CNEN-SP), Sao Paulo, SP (Brazil). Centro de Quimica e Meio Ambiente (CQMA); Faculdades Oswaldo Cruz, Sao Paulo, SP (Brazil); Ferreto, Helio F.R.; Lima, Luiz F.C.P.; Lugao, Ademar B., E-mail: hferreto@ipen.b [Instituto de Pesquisas Energeticas e Nucleares (IPEN/CNEN-SP), Sao Paulo, SP (Brazil). Centro de Quimica e Meio Ambiente (CQMA); Moreira, Otavio M. [Faculdades Oswaldo Cruz, Sao Paulo, SP (Brazil)

    2009-07-01

    In this study it is used the recycled polytetrafluoroethylene (PTFE), that with the gamma radiation under inert atmosphere or in presence of air, it is obtained free radicals and a posterior the monomer grafting (ethylene, acetylene, styrene or 1.3 butadiene), obtaining the copolymer polytetrafluoroethylene-g-monomer. It is studied the obtention of the polymer by two methods: by direct way, via grafting, where the polymer is irradiated in presence of monomer, and via grafting when the polymer is irradiated in absence of monomer and under inert or air. The characterization of the copolymer was performed by the techniques of infrared region absorption spectroscopy with Fourier transformation (FTIR), thermogravimetric (TGA) and derivative thermogravimetry (DTG), and percentage of mass grafting (DOG)

  18. Influência do agente de cloração do catalisador à base de veodímio e da razão molar Cl: Nd na polimerização do butadieno Influence of the chlorinating agent of neodymium based catalysts and Cl: Nd molar ratio on butadiene polymerization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cintia N. Ferreira

    2009-06-01

    Full Text Available Neste trabalho foi utilizado um sistema catalítico composto por hidreto de diisobutilalumínio (DIBAH, versatato de neodímio (NdV e um agente de cloração para avaliar a influência da fonte de cloro e da razão molar Cl:Nd nas características da reação de polimerização (conversão e constante de velocidade de propagação e do polibutadieno (massa molecular e microestrutura. Os agentes de cloração estudados foram cloreto de t-butila (t-BuCl, sesquicloreto de etilalumínio (EASC e cloreto de dietilalumínio (DEAC. As razões molares Cl:Nd utilizadas foram: 1:1, 3:1 e 5:1 para o t-BuCl; 0,5:1, 1:1 e 3:1 para o EASC e 1:1, 1,5:1, 3:1 e 5:1 para o DEAC. Foi observada a existência, para cada agente de cloração, de um valor ótimo de razão molar Cl:Nd para o qual a conversão foi máxima. O DEAC apresentou uma maior conversão em relação aos outros agentes de cloração; em contrapartida, o t-BuCl produziu polibutadienos com maior teor de unidades 1,4-cis e maior massa molecular (n e wIn this work catalyst systems consisting of diisobutylaluminium hydride (DIBAH, neodymium versatate (NdV and a chlorinating agent were employed to study the influence of the chloride source and Cl:Nd molar ratio on 1,3-butadiene polymerization and polybutadiene's characteristics (molecular weight and microstructure. The chloride sources studied were t-butyl chloride, ethylaluminium sesquichloride (EASC and diethylaluminium chloride (DEAC. The Cl:Nd molar ratios used were 1:1, 3:1 e 5:1 for t-butyl chloride; 0.5:1, 1:1 and 3:1 for EASC and 1:1, 1.5:1, 3:1 and 5:1 for DEAC. A maximum value of Cl:Nd molar ratio exists. Moreover, DEAC showed to be more reactive than EASC and t-BuCl but t-BuCl produced higher molecular weight and cis-1,4 units contents.

  19. The evaluation of tetrabutylamonium bis(4-ethylphenylsulphonyldithiocarbimate)zincate(II) (ZNIBU) efficiency as a reclaiming agent for styrene-butadiene rubber (SBR); Avalicao da eficiencia do bis(4-metilfenilsulfonilditiocarbimato)zincato(II) de tetrabutilamonio (ZNIBU) como agente de regeneracao para borracha de butadieno-estireno (SBR)

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Moreno, Pedro H.H.; Visconte, Leila L.Y.; Pacheco, Elen B.A.V., E-mail: pedro_hhm@ima.ufrj.br [Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, RJ (Brazil); Tavares, Eder C. [Universidade Federal de Itajuba (UNIFEI), Itajuba, MG (Brazil)

    2015-07-01

    In recent years, the production of rubber waste has been reported as a serious environmental problem. The chemical structure of rubbers (crosslinked, insoluble and infusible polymers) makes its reprocessing very difficult, unlike thermoplastics. The most common methods to treat rubber waste are of thermal, mechanical and chemical nature, wherein the chemical methods the purpose is to regenerate the rubber. Early studies with tetrabutylamonium bis(4-methylphenylsulphonyldithiocarbimate)zincate(II) (ZNIBU) point to its ability as an accelerator in the rubber curing process. In this work, this zinc complex was evaluated as a chemical regeneration agent. ZNIBU was synthesized and characterized by Nuclear Magnetic Resonance ({sup 13}C NMR) and Fourier Transform Infrared Spectroscopy (FTIR). The mixture of virgin SBR with vulcanization ingredients was performed in a two-roll mill, and the composition was then vulcanized and molded on a hydraulic press. The synthesized ZNIBU was then mixed with the vulcanized rubber and devulcanization was observed. Finally, the devulcanized elastomeric composition was revulcanized. The revulcanization of SBR regenerated with ZNIBU led to the formation of a rubber with maximum torque near the maximum torque of the virgin vulcanized rubber. After adjusting the optimal conditions of regeneration, mechanical tests will be carried out (tensile strength, tear strength and hardness) for the specimens of both vulcanized and revulcanized rubbers in order to compare their mechanical properties. (author)

  20. Caracterización morfológica de asfalto modificado con diferentes copolímeros a altas concentraciones.

    OpenAIRE

    HERNÁNDEZ PADRÓN, G.

    2011-01-01

    Se analizaron las microestructuras de asfalto modificado con diferentes copolimeros comerciales, estireno-butadieno-estireno (SBS), ethilen-vinil-acetato (EVA) y etilen-glicil-acrilato (EGA), mezclados con asfalto AC-20™, de Petróleos Mexicanos, mediante microscopia electrónica de transmisión. Las mezclas se realizaron con un mezclador de alto esfuerzo cortante a ISOOC por una hora. en un intervalo de concentración de lOa 12 % de polimero modificador.

  1. Reactions of Cg10062, a cis-3-Chloroacrylic Acid Dehalogenase Homologue, with Acetylene and Allene Substrates: Evidence for a Hydration-Dependent Decarboxylation.

    Science.gov (United States)

    Huddleston, Jamison P; Johnson, William H; Schroeder, Gottfried K; Whitman, Christian P

    2015-05-19

    Cg10062 is a cis-3-chloroacrylic acid dehalogenase (cis-CaaD) homologue from Corynebacterium glutamicum with an unknown function and an uninformative genomic context. It shares 53% pairwise sequence similarity with cis-CaaD including the six active site amino acids (Pro-1, His-28, Arg-70, Arg-73, Tyr-103, and Glu-114) that are critical for cis-CaaD activity. However, Cg10062 is a poor cis-CaaD: it lacks catalytic efficiency and isomer specificity. Two acetylene compounds (propiolate and 2-butynoate) and an allene compound, 2,3-butadienoate, were investigated as potential substrates. Cg10062 functions as a hydratase/decarboxylase using propiolate as well as the cis-3-chloro- and 3-bromoacrylates, generating mixtures of malonate semialdehyde and acetaldehyde. The two activities occur sequentially at the active site using the initial substrate. With 2,3-butadienoate and 2-butynoate, Cg10062 functions as a hydratase and converts both to acetoacetate. Mutations of the proposed water-activating residues (E114Q, E114D, and Y103F) have a range of consequences from a reduction in wild type activity to a switch of activities (i.e., hydratase into a hydratase/decarboxylase or vice versa). The intermediates for the hydration and decarboxylation products can be trapped as covalent adducts to Pro-1 when NaCNBH3 is incubated with the E114D mutant and 2,3-butadienoate or 2-butynoate, and the Y103F mutant and 2-butynoate. Three mechanisms are presented to explain these findings. One mechanism involves the direct attack of water on the substrate, whereas the other two mechanisms use covalent catalysis in which a covalent bond forms between Pro-1 and the hydration product or the substrate. The strengths and weaknesses of the mechanisms and the implications for Cg10062 function are discussed.

  2. Preparación y caracterización de mezclas REX-PLA / ABS

    OpenAIRE

    Constans Solé, Nil

    2015-01-01

    El presente proyecto se centra en la producción y caracterización de mezclas de poli(ácido láctico) modificado mediante un extensor de cadena (REX-PLA) con Acrilonitrilo-Butadieno- Estireno (ABS), usando ABS injertado con ácido anhídrido maleico (ABS-g-MAH) como compatibilizante. La primera etapa de la preparación de las mezclas consiste en la obtención de REX-PLA por extrusión reactiva en una extrusora de doble husillo. Se llevan a cabo acciones de mejora del proceso produc...

  3. Diseño de una columna de rectificación para la purificación de Alfa-Metilestireno (AMS)

    OpenAIRE

    Casas Morales, Olga

    2017-01-01

    El alfametilestireno (AMS), se comercializa principalmente para la fabricación de PVC además de ser intermediario en la síntesis de resinas de acrilonitrilo-butadieno-estireno (ABS). Proporciona brillo y resistencia a altas temperaturas a estas resinas, que después son utilizadas en la fabricación de componentes para la industria automovilística, en electrodomésticos, carcasas de ordenadores y aparatos eléctricos. Otros usos son como adhesivos, recubrimientos, ceras, antioxidantes, etc. Indic...

  4. Comportamento de misturas asfálticas porosas com ligantes modificados por polímeros e adição de fibras

    OpenAIRE

    Tiago da Rosa Homem

    2002-01-01

    o presente trabalho tem como objetivo geral avaliar o comportamento mecânico de um concreto asfál tico poroso, com teores variáveis de asfalto modificado e adições de fibra de vidro. o ligante utilizado consiste de um asfalto modificado com 4% de polímeros SBS (estireno-butadieno-estireno) . Os corpos de prova moldados incluem teores de asfalto entre 3,66% e 6,34% do peso total da mistura. Os teores de fibra de vidro adicionados na mistura situaram-se entre O e 1% do peso total da mistura. Fo...

  5. Asfalto modificado com polimero SBS para pavimentos drenantes

    OpenAIRE

    Ronaldo Zamiro Machado

    2007-01-01

    Resumo: O polímero SBS - Estireno-Butadieno-Estireno tem sido muito empregado para modificar o asfalto, tanto para pavimentação como para aplicações industrial. Nessa pesquisa foi abordado o estudo do asfalto modificado com polímeros SBS, apresentando comportamento melhor que asfalto convencional, mostrando-se como o polímero se comporta ao ser misturado com o asfalto e quais características são melhoradas. O asfalto modificado com polímero SBS tem uma vida útil muito superior ao asfalto conv...

  6. ABS dopado con grafeno

    OpenAIRE

    Gago Velasco, Israel; Ibarra Berrocal, Isidro Jesús; León Albert, Gerardo; Miguel Hernández, Beatriz

    2016-01-01

    Número de publicación: 2570391 Número de solicitud: 201630046 La presente invención se refiere a un procedimiento para la preparación de un polímero de ABS (acrilonitrilo-butadieno-estireno) dopado con grafeno que comprende dispersar el grafeno en un disolvente, adicionar a la dispersión anterior el ABS, reflujo de la dispersión la etapa anterior y evaporación del disolvente para obtener un gel. La presente invención se refiere también al polímero obtenido por dicho procedimiento. U...

  7. Avaliação de um sistema industrial de resfriamento de água.

    OpenAIRE

    Eduardo Hiroshi Oikawa

    2012-01-01

    Neste trabalho, foi estudado o desempenho de um sistema constituído de torres de resfriamento e a sua integração em uma planta industrial de hidrogenação de butadieno. Caracterizou-se o desempenho das torres de resfriamento com base em um modelo fenomenológico, cujos parâmetros foram obtidos a partir da medição de variáveis operacionais reais. O processo de hidrogenação foi configurado em um simulador de processos, sendo o caso base estabelecido nas condições de projeto. Elaborou-se um módulo...

  8. Resinas quelantes amidoxímicas Amidoxime chelating resins

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda M. B. Coutinho

    1999-12-01

    Full Text Available Resinas quelantes com grupos amidoxima foram sintetizadas por copolimerização em suspensão de acrilonitrila (AN e divinilbenzeno (DVB e subsequente modificação química dos grupos ciano por reação com hidroxilamina. Na copolimerização, a proporção de divinilbenzeno e o grau de diluição foram variados. Gelatina e carbonato de cálcio foram usados como estabilizadores de suspensão e sulfato de sódio foi adicionado para reduzir a solubilidade da acrilonitrila em água, por meio do efeito salting out. Os copolímeros de AN/DVB e as resinas amidoxímicas obtidos foram caracterizados por meio de densidade aparente, área específica, volume de poros e teor de nitrogênio. As resinas amidoxímicas foram também avaliadas em relação a capacidade de complexação de íons cobre.Chelating resins with amidoxime groups were synthesized by suspension copolymerization of acrylonitrile (AN and divinylbenzene (DVB and subsequent chemical modification of cyano groups by reaction with hydroxylamine. In the copolymerization, the proportion of divinylbenzene and the dilution degree were varied. Gelatin and calcium carbonate were used as suspension stabilizers and sodium sulphate was added in order to reduce acrylonitrile solubility in water, by salting out effect. The AN/DVB copolymers and amidoxime resins obtained were characterized by apparent density, surface area, pore volume and by the content of nitrogen. The amidoxime resins were also evaluated in relation to the complexation capacity of copper ion.

  9. Estudio de preparación y caracterización térmica y al fuego de formulaciones ignifugadas de ABS

    OpenAIRE

    Koczorowski, Mélanie

    2016-01-01

    Durante las últimas décadas, el uso de materiales poliméricos en la vida cotidiana ha aumentado sustancialmente por su óptimo balance de propiedades mecánicas, térmicas y físicas. En particular, el ABS (copolímero de acrilonitrilo-butadieno-estireno) es uno de los polímeros ingenieriles más empleado por su calidad/precio. De su amplio abanico de aplicaciones se destacan las de los sectores de automoción, electrónica y/o eléctrico. Sin embargo, el ABS es altamente inflamable, y su combustión v...

  10. Uso de resíduo de SBR proveniente da indústria de calçados em composições de SBR

    OpenAIRE

    Carmen Luisa Reis Serrano

    2009-01-01

    Este trabalho foi realizado para o desenvolvimento e caracterização de compostos à base do copolímero aleatório de poli (estireno-co-butadieno) – SBR, contendo resíduo do próprio polímero oriundo de aparas de solados da indústria calçadista. Foi estudada a influência da incorporação de diferentes concentrações do resíduo SBR nas propriedades mecânicas e térmicas dos compostos de SBR para solados. As propriedades mecânicas e térmicas destas composições foram comparadas a formulações contendo d...

  11. Pirólise de resíduos de borrachas do setor de mineração para a produção de combustíveis: estudos em escala piloto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rochel Montero Lago

    Full Text Available Resumo Neste trabalho, estudou-se em escala piloto a pirólise de três diferentes rejeitos de borracha do setor de mineração, i.e. peças de moinho de composição nominal de borracha estireno e butadieno (SBR, peneiras e correias transportadoras com composição nominal à base de borracha natural e butadieno (NR/BR e pneus offroad de composição complexa (mistura de borracha natural, nitrílica, butadieno e estireno-butadieno em temperaturas de 450, 600 e 800°C. As reações realizadas a 450°C mostraram uma pirólise incompleta, sendo que a 600 e 800°C os rejeitos de borracha se convertem totalmente em três produtos: 15-25% de gás, 42-44% sólido e 34-45% de líquido. Análises por cromatografia gasosa (CG dos produtos gasosos mostraram majoritariamente a presença de hidrocarbonetos C1-C4 com valores de poder calorífico inferior (PCI iguais a 8.496 e 7.325 kcal kg-1, similares ao gás liquefeito de petróleo (GLP. Análise dos sólidos obtidos por análise elementar de carbono, hidrogênio e nitrogênio (CHN, espectrômetria de emissão atômica com plasma induzido (ICP-AES Spectro Ciros CCD para a determinação de enxofre, análise térmica gravimétrica e diferencial (TG/DTA, carbono fixo, cinzas, voláteis mostraram a presença de 72-89% de carbono com 2% de enxofre. Análises dos produtos líquidos por cromatografia gasosa acoplado a espectrometria de massas (CG-EM indicaram a presença de misturas complexas de hidrocarbonetos majoritariamente até C20. As amostras NR/BR e pneu produzem líquidos com concentração de compostos aromáticos próxima a 50%, enquanto a amostra SBR resulta na formação de um líquido de concentração próxima a 87%. A mistura dessa fração líquida obtida pela pirólise (sem qualquer purificação com um diesel comercial nas proporções de 0,5, 1 e 3 vol% mostrou que nenhum parâmetro de qualidade de combustível definido pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombust

  12. Reticulação peroxídica de compostos elastoméricos utilizados na indústria de pneus

    OpenAIRE

    Eleno Rodrigues Vieira

    2013-01-01

    Compostos elastoméricos a base de borracha natural (NR) e copolímero de butadieno-estireno (SBR) utilizados na banda de rodagem de pneus são tradicionalmente reticulados com enxofre. O uso de peróxidos e co-agentes na reticulação desses compostos ainda é um desafio a se superar com relação às propriedades viscoelásticas requeridas, de extrema importância para um bom desempenho e vida útil dos pneus. Neste trabalho foi avaliado o uso de peróxidos sem e com co-agentes na reticulação de composto...

  13. Estudo comparativo de diferentes tipos de polibutadieno na tenacificação de poliestireno Comparative study of different types of polybutadiene on the toughening of polystyrene

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda M. B. Coutinho

    2007-12-01

    Full Text Available Neste trabalho foi avaliada a tenacificação de poliestireno (PS utilizando três tipos de polibutadieno (PB: polibutadieno baixo-cis (PBb, polibutadieno alto-cis (PBa e copolímero em bloco (SBS de estireno e butadieno (PBco. Foi observado um aumento na resistência ao impacto de 138, 208 e 823%, quando foram utilizados polibutadieno baixo-cis, polibutadieno alto-cis e copolímero em bloco de estireno e butadieno respectivamente. Os materiais apresentaram morfologia dispersa com domínios de polibutadieno distribuídos aleatoriamente na matriz de poliestireno, cujo tamanho foi inferior a 1 µm. A energia de ativação para o escoamento foi calculada segundo a equação de Arrhenius e variou de 34 a 71 kJ/mol. Em todos os experimentos reológicos as misturas poliméricas apresentaram comportamento pseudoplástico.In this work, an evaluation was made of the toughening of polystyrene (PS with three types of polybutadiene (PB: low-cis polybutadiene (PBl, high-cis polybutadiene (PBh and styrene-butadiene block (SBS copolymer (PBco. The impact strength increased 138, 208 and 823% when low-cis polybutadiene, high-cis polybutadiene and styrene-butadiene block copolymer, were used, respectively. The materials presented dispersed morphology with domains smaller than 1 µm, randomly distributed in the polystyrene matrix. The flow activation energy, calculated by Arrhenius equation, varied from 34 to 71 kJ/mol. In the rheological experiments all polymer blends presented pseudoplastic behavior.

  14. Efeito de um novo acelerador de vulcanização nas propriedades reométricas de composições de borracha nitrílica com diferentes teores de AN Effect of a new accelerator of vulcanization in the rheometric properties of nitrile rubber compositions with different AN amounts

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iara T. D. de Oliveira

    2010-01-01

    Full Text Available O efeito do tipo de acelerador no processo de vulcanização de compostos de borracha nitrílica com dois teores de acrilonitrila foi investigado. Dois aceleradores comerciais, dissulfeto de 2,2'-dibenzotiazol (MBTS e bis (dimetilditiocarbamato de zinco (ZDMC, de grupos químicos diferentes, tiazol e ditiocarbamato, respectivamente, foram selecionados e comparados com o composto bis (4 metilfenilsulfonilditiocarbimato-zincato (II de tetrabutilamônio (ZNIBU. Os resultados mostram que o tipo de acelerador não só afeta as características de cura, como também tem grande influência nas propriedades físicas. Entre os aceleradores estudados, MBTS foi o menos adequado para a formulação utilizada. Surpreendentemente, verificou-se que o ZNIBU mostrou comportamento intermediário, sendo mais eficaz do que o MBTS e menos eficiente que o ZDMC, considerado um ultra-acelerador, em relação ao tempo ótimo de vulcanização.The effect of the type of accelerator on the vulcanization process of nitrile rubber compounds with two acrilonitrile amounts was investigated. Two commercial accelerators benzothiazole (MBTS and zinc dimethyldithiocarbamate (ZDMC, from different chemical groups, thiazole and dithiocarbamate, respectively, were selected and compared with the compound bis (4 methylphenylsulfonyldithiocarbimato-zincate (II of tetrabutylammoniun (ZNIBU. The results show that the type of accelerator not only affects the cure characteristics, but also has great influence on the physical properties. Among the accelerators studied, MBTS was found to be the least adequate for the formulation used as far as rheometric parameters are concerned. Surprisingly, it was found that ZNIBU showed an intermediate behavior, being more efficient than MBTS but not as much as ZDMC, considered an ultra accelerator, as for the optimum cure time.

  15. Redução da hidrofilicidade de filmes biodegradáveis à base de amido por meio de polimerização por plasma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiré Rossana M. S. M.

    2004-01-01

    Full Text Available Devido ao baixo custo de produção e excelente biodegradabilidade, o amido constitui-se em matéria-prima promissora para a produção de plásticos biodegradáveis. No entanto, a grande hidrofilicidade dos filmes à base de amido representa uma séria limitação tecnológica à sua comercialização, uma vez que as propriedades dos filmes são afetadas pela variação da umidade relativa do ar durante a sua estocagem ou o seu uso. Neste trabalho, filmes de amido termoplástico foram recobertos com uma fina camada protetora polimérica gerada por intermédio da tecnologia de plasma frio. 1-Buteno e 1,3-butadieno foram utilizados como monômeros para a polimerização por plasma. Os filmes recobertos apresentaram uma redução de até 80% na absorção de água e aumento do ângulo de contato em relação à água. Estes resultados indicaram uma redução significativa na natureza hidrofílica do material à base de amido após o recobrimento.

  16. Regiocontrolled, palladium-catalyzed bisfunctionalization of allenyl esters. Multicomponent coupling approaches to highly substituted alpha,beta-unsaturated delta-lactones.

    Science.gov (United States)

    Hopkins, Chad D; Guan, Lisa; Malinakova, Helena C

    2005-08-19

    A palladium-catalyzed regioselective bisfunctionalization of allenyl esters with boronic acids (nucleophiles) and aldehydes (electrophiles) was demonstrated. The three-component coupling afforded alpha,beta-unsaturated delta-lactones under mild conditions and with excellent chemo-, regio-, and diastereoselectivity. Aromatic, heteroaromatic and vinylic boronic acids (R1B(OH)2) reacted with ethyl 2,3-butadienoate and benzaldehyde to afford the corresponding 4-R(1),6-Ph-disubstituted alpha,beta-unsaturated delta-lactones in 62-78% yields. Lactones derived from aromatic, heteroaromatic, and vinylic aldehydes were isolated in 51-58% yields, while aliphatic aldehydes were less reactive. The regiochemistry of bisfunctionalization of allenyl ester homologues remained controlled by the ester substituent, and the reactions afforded cis-4,5,6-trisubstituted alpha,beta-unsaturated delta-lactones and esters of (Z)-syn-3,4,5-trisubstituted-5-hydroxy-2-pentenoic acids in combined 47-65% yields. The superior performance of a pi-allylpalladium(II) dimer catalyst featuring an auxiliary allyl ligand derived from beta-pinene, among diverse palladium(II) catalysts, was demonstrated. A catalytic cycle involving an unsymmetrical bis-pi-allylpalladium complex as the key intermediate was proposed, and the communication highlights the synthetic potential of such intermediates. However, the efficiency of asymmetry transfer remained low (<20%).

  17. Nitrigreen a borracha ecológica Nitrigreen the ecological rubber

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex S. Sirqueira

    2009-01-01

    Full Text Available Uma nova linha de borracha nitrílica pré-plastificada em óleo vegetal (Nitrigreen com médio-alto teor de acrilonitrila (33% foi especialmente desenvolvida pela empresa Nitriflex S/A Ind. Com., para suprir as necessidades do mercado de borracha. A Nitrigreen é um produto que está de acordo com a diretiva européia 2005/84/EC, pois utiliza um plastificante de fonte renovável. Esta borracha tem efeito superior na redução da viscosidade Mooney do composto formulado quando comprado com as borrachas pré-plastificadas com dioctil ftalato (DOP. Além da facilidade de processamento, a Nitrigreen tem compatibilidade com os aditivos de vulcanização, podendo ser utilizada em formulações de artefatos de baixa dureza, como brinquedos, cilindros gráficos e artigos técnicos. A nova borracha nitrílica pré-plastificada com 50 partes de plastificante vegetal reduz sensivelmente o tempo de vulcanização dos compostos, tem excelente processabilidade, baixo consumo de energia, facilidade na incorporação de aditivos, principalmente cargas reforçadoras como o negro de fumo, além de manter as propriedades mecânicas semelhantes à da borracha pré-plastificada com DOP.New vegetable oil pre-plasticized rubbers (Nitrigreen with 33% of acrilonitrile were especially developed by Nitriflex to supply the rubber market necessities. Nitrigreen complies with European regulation 2005/84/EC as it uses a plasticizer from renewable source. This rubber has superior effect in the Mooney viscosity reduction compared with usual plasticizer such as phthalates. In addition to the ease of processing, Nitigreen is compatible with vulcanization additives and may be used in low hardness products, including toys, cylinders and technical parts. This new pre-plasticized nitrile rubber with 50 phr of plasticizer has excellent processability, low consumption of energy, and facilitates incorporation of additives, especially reinforcing loadings such as carbon black. The

  18. Comportamento mecânico e termo-mecânico de blendas poliméricas PBT/ABS Mechanical and thermo-mechanical behavior of PBT/ABS polymer blends

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Antonio S. Ferreira

    1997-03-01

    Full Text Available RESUMO: Blendas de poli(tereftalato de butileno (PBT e copolímero ABS foram estudadas usando-se três tipos diferentes de ABS. As blendas foram caracterizadas mecanicamente através de ensaios de tração e de impacto, e termo-mecanicamente através da determinação da temperatura de deflexão térmica (HDT. Uma influência mais pronunciada foi observada para a variação da composição química do ABS, em relação às diferentes composições de fase, onde blendas com ABS de maior proporção de acrilonitrila mostraram melhor comportamento. Foi observado que baixos níveis de ABS nas blendas proporcionam principalmente um aumento pronunciado da HDT e sem variação da resistência ao impacto, em relação ao PBT puro. Por outro lado, baixos níveis de PBT nas blendas não alteram as propriedades em relação ao ABS puro, com exceção da resistência ao impacto, que mostrou uma redução significativa.ABSTRACT: Polymer blends of poly(butylene terephthalate, PBT, and three grades of Acrylonitrile-Butadiene-Styrene copolymer, ABS, were studied. Polymer blends were characterized by impact resistance, tensile strength and heat deflection temperature tests. It was observed a stronger influence of the chemical composition of the ABS resin on the blends properties, mainly for the blends with higher ABS content which show better properties, than the phase composition of the ABS. It was observed that low levels of ABS in the blends promote mainly a high increase in HDT at the same level of impact resistance, as compared to neat PBT. On the other hand, low levels of PBT in the blend basically keep all the properties at the same level except the impact resistance which shows a significant decrease.

  19. Mistura PAni.DBSA/SBS Obtida por Polimerização "In Situ": Propriedades Elétrica, Dielétrica e Dinâmico-Mecânica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leyva María E.

    2002-01-01

    Full Text Available Misturas elastoméricas condutoras de eletricidade envolvendo copolímero tribloco poli(estireno-b-butadieno-b-estireno (SBS e polianilina dopada com ácido dodecilbenzenosulfônico (Pani.DBSA foram obtidas por polimerização "in situ". Os filmes obtidos por moldagem por compressão mostraram baixo limiar de percolação, apresentando valores de condutividade semelhantes aos encontrados para o polímero condutor puro com cerca de 20 % em massa de Pani.DBSA. A caracterização das misturas por análise termodinâmico-mecânica (DMTA evidenciou uma ligeira interação da Pani.DBSA com ambas fases do copolímero SBS. Na região borrachosa, o módulo da mistura aumenta com o aumento do conteúdo de Pani. No entanto, existe uma progressiva queda no fator de amortecimento ("damping" com o aumento da concentração de Pani. A energia de ativação, Ea, do processo de transição vítreo-borrachoso de ambas fases do SBS foi calculada, utilizando a equação de Arrhenius com os dados obtidos tanto por DMTA como por análise termodielétrica (DETA. A caracterização dielétrica não proporcionou informações a respeito da localização da Pani.DBSA na matriz de SBS. No entanto, observou-se o fenômeno de polarização interfacial entre a Pani e o SBS. Uma morfologia do tipo microtubos foi observada para Pani.DBSA na mistura SBS/Pani.DBSA, utilizando-se a técnica de microscopia eletrônica de varredura.

  20. Efeito do SBS epoxidado como um agente compatibilizante para obtenção de nanocompósitos de SBS/argila cloisite 10A

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Alves da Silva

    2014-01-01

    Full Text Available Atualmente, cargas nanométricas são utilizadas para desenvolver novos materiais poliméricos com melhor desempenho mecânico. Neste trabalho, foi empregada uma mistura de borracha termoplástica de poli(estireno-b-butadieno-b-estireno (SBS e de argila Montmorilonita (Cloisite 10A via intercalação por fusão. Uma suspensão de Cloisite 10A em ciclohexano foi adicionada a SBS em solução. Para maior compatibilidade entre a argila e a borracha termoplástica utilizou-se uma borracha termoplástica epoxidada como agente compatibilizante. Neste estudo, a proporção argila compatibilizante foi de 0,6 até 3,0 para verificar a influência desta proporção nas propriedades mecânicas dos nanocompósitos. As propriedades morfológicas e mecânicas dos nanocompósitos foram avaliadas através da difração de raios X, microscopia eletrônica de transmissão, ensaio de tração, análise dinâmico-mecânica (DMA e avaliação do torque final da mistura. A combinação de argila/conpatibilizante favoreceu a formação de estruturas mais alongadas de argila que promoveram o ganho de módulo e tensão com pequena redução de alongamento.

  1. Propriedades mecânicas e resistência à chama de composições SBR/negro de fumo/hidróxido de alumínio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Siqueira Bernardo G.

    2001-01-01

    Full Text Available Foram desenvolvidas formulações vulcanizáveis com o elastômero SBR (copolímero de butadieno-estireno para a obtenção de materiais com alto desempenho mecânico, resistência à inflamabilidade e baixo custo. Além dos aditivos convencionais para elastômeros diênicos, como óxido de zinco, ácido esteárico, enxofre, negro de fumo (NF e o acelerador TBBS (N-t-butil-2benzotiazol-sulfenamida, o hidróxido de alumínio (ATH foi utilizado como agente anti-chama e supressor de fumaça. Para atingir os objetivos propostos, foram usadas quantidades variadas da relação ATH/NF em formulações de SBR. Os diferentes compósitos foram caracterizados quanto aos seguintes ensaios: resistência à tração, resistência ao rasgamento, dureza, deformação permanente à compressão (DPC, resiliência, resistência à chama e índice limite de oxigênio (LOI. Os resultados obtidos permitiram concluir que, com base na formulação utilizada para SBR, os compósitos finais contendo negro de fumo na faixa de 25 a 50 phr (partes por cem partes de borracha, e o hidróxido de alumínio acima de 125 phr, caracterizaram-se como de alto desempenho mecânico, com resistência à chama e, como conseqüência da grande quantidade de carga incorporada, de baixo custo.

  2. Efeito da adição de diferentes copolímeros em blendas HDPE/HIPS pós-consumo: morfologia de fases e propriedades térmicas The effect of different block copolymers on post consumer HDPE/HIPS Blends: phase morphology and thermal properties

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Igor S. B. Perez

    2008-09-01

    Full Text Available Blendas de poliolefinas/HIPS têm sido exploradas para obter filmes especiais com determinadas propriedades desejadas, tornando imperativo desenvolver vários estudos para um melhor conhecimento do comportamento desses materiais. Neste trabalho, efeitos da adição dos copolímeros comerciais de estireno-butadieno multibloco (SBS e de estireno-(etileno-co-butileno-estireno (SEBS tribloco linear em blendas pós-consumo de HDPE e HIPS são reportados. A diminuição nas dimensões da microfase dispersa, aliada à rugosidade superficial da fase HDPE após extração seletiva do HIPS, independentemente de a fase matriz ser HIPS ou HDPE, mostraram mais eficiência do SEBS como modificador interfacial de tensão ou como surfactante entre os diferentes domínios quando comparado com o SBS. Os resultados das caracterizações térmicas, por exemplo, menor Tm e menor grau de cristalinidade do HDPE, e maior Tg do poliestireno na presença de SEBS corroboraram esta conclusão, como será discutido posteriormente.Blending of post-consumer polyolefins/HIPS has been exploited for obtaining special films with a desired set of properties, which has required studies to understand the behavior of these materials. In this work the effects of commercial multiblock styrene-butadiene (SBS and linear triblock styrene-(ethylene-co-butylene-styrene (SEBS copolymers in blends of post-consumer high density polyethylene (HDPE and HIPS are reported. Thermal properties and phase morphology were comparatively analyzed for the additives aiming at verifying possible correlations between them. Decreased dimensions of the minor micro phase along with HDPE surface roughness after HIPS selective extraction, independently of the matrix being HIPS or HDPE, showed better effectiveness for SEBS as interfacial tension modifier or as surfactant at the different domains interface when compared with SBS. The results of thermal characterizations, e.g. lower HDPE melting temperature, lower

  3. Estudio de mezclas binarias Asfalto - Polímero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Camilo Múnera

    2014-01-01

    Full Text Available El asfalto es un material constituido por una mezcla de diversos hidrocarburos de origen natural cuyas buenas propiedades aglutinantes e hidrofóbicas lo han llevado a ser ampliamente utilizado en aplicaciones que van desde la impermeabilización hasta la fabricación de vías. Mundialmente, la técnica de adicionar polímeros al asfalto ha permitido obtener materiales que cumplen con prestaciones que un asfalto por si solo no resistiría. En este trabajo se presenta el efecto de la modificación polimérica de un asfalto de origen colombiano en sus características: morfológicas, reológicas y térmicas con el objeto de identificar diferentes niveles de modificación. Se utilizaron como polímeros modificadores: cera de polietileno (CPE, copolímero de estireno butadieno estireno (SBS y caucho molido de llanta (CR, que fueron adicionados al asfalto en proporciones de 3 al 15 %p/p. Los asfaltos, tanto en estado crudo como modificados, fueron caracterizados mediante ensayos de penetración y punto de ablandamiento. Las características térmicas y reológicas se analizaron mediante calorimetría diferencial de barrido (DSC y reometría rotacional. Los cambios en la morfología se analizaron mediante microscopía de fuerza atómica (AFM. Los resultados experimentales demostraron que las mezclas con la CPE tuvieron el efecto más acentuado sobre las propiedades convencionales logrando una disminución del 75% en la penetración y un aumento 250% en el punto de ablandamiento, con respecto al asfalto sin modificar. Los resultados obtenidos mediante DSC permitieron identificar tres temperaturas de transición vítreas (Tg en el asfalto crudo que están relacionadas con sus componentes fundamentales. Las mezclas con SBS alteraron dichas Tg evidenciando la modificación de las características térmicas del asfalto crudo. Las mezclas con CPE y SBS presentaron los mayores valores de G*. Los resultados obtenidos mediante AFM, permitieron identificar tres

  4. Misturas NR/SBR: influência da composição e do modo de preparação sobre propriedades mecânicas e reométricas NR/SBR mixtures: influence of composition and preparation mode on the mechanical and rheological properties

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hérlon M. B. Abreu Junior

    2010-01-01

    Full Text Available Aplicações de produtos à base de borracha diversas vezes requerem um conjunto de propriedades as quais, geralmente, não são fornecidas por um único elastômero. Dessa forma, um dos recursos utilizados é a mistura de dois ou mais polímeros para obtenção de novas propriedades. Neste caso, os demais ingredientes que são adicionados, normalmente distribuem-se de forma irregular, dependendo de sua afinidade com cada uma das borrachas. O grau de dispersão de cada um desses ingredientes em cada fase elastomérica irá então influenciar a velocidade de cura e o grau de vulcanização e, certamente, terá conseqüências nas propriedades do produto final. Neste trabalho, a borracha natural (NR foi misturada ao elastômero de butadieno-estireno (SBR nas proporções de 75:25 e 50:50, em massa. As composições foram preparadas empregando-se quatro maneiras distintas para a incorporação dos aditivos. Os resultados das propriedades mecânicas mostraram que, apesar da utilização de uma mesma formulação, o modo de preparo tem grande influência sobre as propriedades. No caso da mistura NR/SBR as melhores propriedades são obtidas quando é favorecida a vulcanização da borracha que, isoladamente, apresenta propriedades inferiores.Frequently a set of properties required for a given application cannot be accomplished by one elastomer only and, thus, mixtures of two or more polymers must be employed. In these cases, the other ingredients added are normally dispersed in a non homogeneous way, depending on their affinity to each polymer. The degree of dispersion each additive experiences in each elastomeric phase will influence the rate and the degree of vulcanization and will certainly have consequences on the properties of the final product. In this work, natural rubber (NR was mixed with styrene-butadiene elastomer (SBR in 75:25 and 50:50 w/w ratios. The compositions were prepared in a two-roll mill, by introducing the additives according to

  5. Determinação do teor de NR/SBR em misturas: associação de dados DTG e FT-IR Determination of NR/SBR content in blends: combining DTG and FT-IR data

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita C. L. Dutra

    2004-12-01

    Full Text Available Misturas contendo teor conhecido de borracha natural (NR e copolímero de butadieno e estireno (SBR foram preparadas nos laboratórios do CTA e do IFOCA como amostras de referência para a elaboração de uma curva analítica, visando à determinação do teor de NR e SBR por análise pirólise/FT-IR. Termogravimetria foi usada para determinar o teor real de NR e SBR nas misturas por meio da razão entre as alturas dos picos da curva derivada (DTG. As bandas FT-IR escolhidas na região MIR foram 885 cm-1 (A1 para NR e 699 cm-1 (A2 para SBR. Os valores de absorvância relativa (A1/A2 versus a relação NR/SBR, obtida a partir dos dados fornecidos pela análise DTG, foram usados para construir uma curva com uma boa correlação linear (R=0,998, a qual possibilita determinar os teores de NR e SBR em misturas onde os componentes têm a mesma composição química.Blends with known contents of natural rubber (NR and butadiene-styrene copolymer (SBR were prepared at CTA and IFOCA laboratories as sample references for producing an analytical curve to determine the contents of NR and SBR via pyrolysis/FT-IR analysis. Thermogravimetry was used to quantify the real content of NR and SBR in the blends through the ratio between the intensity of the peaks in the derivative curve (DTG. The FT-IR analytical bands chosen at MIR region were 885 cm-1 (A1 for NR and 699 cm-1 (A2 for SBR. Values of relative absorbance (A1/A2 versus the NR/SBR contents data obtained from DTG analysis were used to construct an analytical curve with a good linear correlation (R=0.998 which allows one to determine contents of NR and SBR in blends of similar composition.

  6. Misturas BR/SBR: propriedades mecânicas em função do modo de preparo BR/SBR blends: mechanical properties as a function of the preparation mode

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana F. de Alcantara

    2004-01-01

    Full Text Available Misturas com borracha são freqüentemente usadas para se conseguir o balanço das propriedades desejadas e também, em alguns casos, a redução de custos. As misturas elastoméricas são normalmente sistemas multifásicos e a distribuição dos aditivos entre as fases não é necessariamente uniforme. Neste trabalho, o polibutadieno (BR foi misturado ao elastômero de butadieno-estireno (SBR na proporção 1:1 em peso. As composições foram preparadas utilizando um misturador de rolos, segundo a norma ASTM D3182, sendo que a incorporação dos aditivos foi realizada de quatro formas diferentes. Após a avaliação das propriedades reométricas e a vulcanização, foram estudadas as propriedades mecânicas para cada composição, avaliadas de acordo com as normas ASTM específicas para cada ensaio. Os resultados mostram que os diferentes modos de preparo de uma mesma formulação podem provocar mudança significativa nas propriedades mecânicas de misturas envolvendo essas duas borrachas. No caso das misturas BR/SBR estudadas, as propriedades apresentaram valores intermediários aos das borrachas isoladas.Rubber blends are frequently prepared to give a balance of the desired properties and, in some cases, reduction of cost as well. Elastomeric mixtures are usually multiphase systems and the dispersion of the additives may not be uniform throughout the phases. In this work, polybutadiene rubber (BR was mixed with polybutadiene-styrene rubber (SBR in a 50:50 w/w ratio. The compositions were prepared in a two-roll mill, according to ASTM D3182, and the incorporation of the ingredients was carried out according to four different modes. After the determination of the rheometric properties and the vulcanization of the compounds, mechanical properties were evaluated according to specific ASTM procedures. The results show that the mechanical properties may be altered by changing the procedure to prepare a given formulation. In the case of BR

  7. Misturas NR/SBR: influência da ordem de adição dos aditivos da mistura e do tipo de carga sobre propriedades mecânicas NR/SBR Mixtures: influence of the additives addition sequence and filler type on mechanical properties

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel de B. Coelho

    2011-01-01

    Full Text Available Neste trabalho foram preparadas misturas de borracha natural (NR e copolímero de estireno-butadieno (SBR na proporção 1:1 em massa. A sequência de adição dos aditivos e a influência de cargas, como negro de fumo e mica, foram avaliadas com relação a propriedades físico-mecânicas. As misturas, feitas em misturador aberto de rolos segundo a norma ASTM D 3182, foram realizadas de quatro modos diferentes para a incorporação dos aditivos. Os vulcanizados foram investigados com relação às propriedades reométricas, propriedades mecânicas de resistências à tração e ao rasgamento, dureza (shore A e pela densidade de ligações cruzadas, de acordo a respectiva norma ASTM. Os resultados mostram que melhores desempenhos são obtidos quando os aditivos são primeiramente incorporados à SBR. Também foi verificada a superioridade do negro de fumo no aumento da maioria das propriedades mecânicas dos elastômeros, seja na composição com apenas uma das borrachas, seja nas composições com as duas borrachas misturadas.In this work, mixtures of natural rubber (NR and styrene-butadiene copolymer (SBR were prepared in 1/1 ratio. The sequence with which the additives were incorporated and the influence of fillers, such as mica and carbon black, were evaluated regarding the physical-mechanical properties. The mixtures were prepared in a two-roll mill, according to ASTM D 3182, using four strategies for the incorporation of the additives. Rheometric and mechanical properties of tensile and tear strengths, elongation at break, hardness (Shore A and crosslink density of the vulcanizates were investigated, according to the corresponding ASTM standard. The results showed that the best mechanical performance was achieved when the additives were incorporated in the SBR matrix. Carbon black was more efficient in improving most mechanical properties of the rubber composites, either in the compounds with only one of the rubbers or in their blends.

  8. Propriedades reométricas e mecânicas e morfologia de compósitos desenvolvidos com resíduos elastoméricos vulcanizados Cure characteristics, mechanical properties and morphology of composites developed with addition of elastomeric vulcanized ground scraps

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Zanchet

    2007-03-01

    Full Text Available Uma alternativa para as empresas geradoras de resíduos elastoméricos é a incorporação dos mesmos em suas formulações. Esse trabalho tem como objetivo preparar compósitos a partir da incorporação de resíduos industriais de SBR (copolímero de butadieno-estireno e de EPDM (terpolímero de etileno-propileno-dieno, em formulação ASTM específica para cada tipo de elastômero. Foram avaliadas as propriedades reométricas, mecânicas e morfológicas dos compósitos desenvolvidos. A incorporação do resíduo permitiu a obtenção de produtos que vulcanizam em menores tempos quando comparados a composições sem resíduo. A quantidade de resíduo, para o melhor resultado de resistência à tração foi de 37 e de 196 phr para os compósitos com SBR e EPDM, respectivamente. As micrografias de MEV corroboraram os resultados mecânicos dessas composições, indicando melhor homogeneidade do resíduo na respectiva matriz elastomérica.One alternative for elastomeric scraps generation is its incorporation in conventional formulations in the industry itself. In this work, compositions with incorporation of SBR (styrene butadiene rubber and EPDM (ethylene propylene diene rubber industrial scraps, in specific ASTM formulation for each elastomer, were prepared. Rheometric characteristics, mechanical properties and the morphology of the compounds developed were evaluated. With the ground scraps incorporation the vulcanization time decreases, comparing with compounds without ground scraps. The amount of scraps for the best tensile strength properties was 37 and 196 phr for SBR and EPDM compositions, respectively. Micrographs corroborated the mechanical results, indicating the best homogeneity of the scraps in the elastomeric matrix for these compositions.

  9. Misturas NR/SBR: modos de preparação e propriedades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Visconte Leila L. Y.

    2001-01-01

    Full Text Available Aplicações de artefatos de borracha muitas vezes requerem um conjunto de propriedades que não podem ser fornecidas por um único elastômero sendo, então necessário, que misturas de dois ou mais polímeros sejam empregadas. Nesses casos, os demais ingredientes que normalmente são adicionados, distribuem-se de modo diferente dependendo de sua afinidade com cada uma das borrachas. O grau de dispersão de cada um desses ingredientes em cada fase elastomérica irá influenciar a velocidade e o grau de vulcanização e, certamente, terá conseqüências sobre o desempenho do composto final. Neste trabalho, a borracha natural (NR foi misturada ao elastômero de butadieno-estireno (SBR na proporção de 1:1 em peso. As composições foram preparadas em misturador de cilindros, segundo a norma ASTM D 3182, empregando-se quatro maneiras distintas para a incorporação dos aditivos. Após a vulcanização foram estudadas propriedades mecânicas, como resistências à tração e ao rasgamento e dureza, propriedades termo-dinâmico-mecânicas e a morfologia de cada uma das composições. As propriedades mecânicas foram avaliadas de acordo com as normas ASTM específicas para cada ensaio. Os resultados mostram que, apesar de se usar a mesma formulação, o modo de preparo tem grande influência sobre as propriedades, o que é detectável pelas propriedades mecânicas e pela análise morfológica, e evidenciado através de testes sensíveis, como o dinâmico-mecânico. No caso da mistura NR/SBR as melhores propriedades são obtidas quando é favorecida a vulcanização da borracha que, isoladamente, apresenta propriedades inferiores.

  10. Evaluación de la adherencia de uniones adhesivas metálicas con adhesivos epoxídicos modificados Evaluation of the adherence of bonded metallic joints with modified epoxy adhesives

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filiberto González Garcia

    2008-03-01

    Full Text Available En este trabajo fueron evaluadas las propiedades adhesivas de la resina epoxídica del tipo éter diglicidílico del bisfenol A. La resina fue modificada con dos modificadores poliméricos, uno de ellos un copolímero derivado del butadieno, y el otro un copolímero acrílico con el propósito de aumentar la tenacidad de la resina. Tres aminas alifáticas primarias fueron utilizadas como agentes de curado, trietilentetramina, N-(2-aminoetilpiperazina e isoforondiamina. Las propiedades adhesivas fueron investigadas usando la resina pura, así como la resina modificada. Las propiedades adhesivas de la resina modificada y pura fueron estudiadas usando como adherente una aleación de acero (ASTM A36. La adherencia fue evaluada por ensayos de adhesión usando tres geometrías de uniones adhesivas de acero-acero. El comportamiento reológico de los adhesivos fue investigado en condiciones isotérmicas. Los parámetros reológicos relacionados con la reacción de polimerización tales como velocidad de reacción, tiempo de manipulación, y tiempo de gelación de los adhesivos puros fueron relacionados con la estructura química del agente de curado. El tiempo de separación de fases, y de gelación de los adhesivos modificados fue relacionado con la morfología generada, y con la velocidad de la reacción, respectivamente. La morfología fue caracterizada por microscopia electrónica de barrido. La adherencia de las uniones adhesivas sometidas a las diferentes solicitaciones mecánicas fue relacionada a la morfología generada por la fase dispersa de cada modificador, y con las estructuras de redes de los adhesivos.In this work the adhesive properties of epoxy resins based on diglycidyl ether of bisphenol A have been evaluated. The epoxy resin was modified with butadiene and acrylic copolymers to obtain toughened adhesives. The aliphatic primary amines triethylenetetramine, N-(2-aminoethylpiperazine and isophorone diamine were investigated as curing

  11. Efeito da adição de material vegetal (fibra da castanha de cutia e polímero (SBS nas propriedades do ligante asfáltico (CAP 50/70 Effect of addition of plant material (fiber of cutia chesnut and polymer (SBS on the properties of asphalt binder (CAP 50/70

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tayana M. F. Cunha

    2012-01-01

    Full Text Available Tendo em vista a necessidade do mercado brasileiro por ligantes que minimizem a prematura falência estrutural dos revestimentos nas vias urbanas, a modificação do cimento asfáltico de petróleo (CAP 50/70 constitui uma excelente opção tecnológica. Nesta pesquisa utilizou-se 2% p/p do copolímero de estireno-butadieno-estireno (SBS e 2% p/p de fibra natural da casca dos frutos de Couepia edulis (Prance, conhecida como castanha de cutia, material vegetal com característica de reforço e biodisponibilidade na região Amazônica. Os efeitos oxidativos e térmicos, bem como as características físicas dos materiais asfálticos modificados, foram estudados e comparados ao ligante convencional, utilizando-se ensaios estabelecidos pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP e análise térmica - termogravimetria (TG, a fim de determinar as propriedades de degradação e estabilização térmica. Os resultados para os ligantes modificados, confrontados ao ligante tradicional, apresentaram: maior resistência ao envelhecimento, melhorias evidenciadas pelo aumento da consistência, ponto de amolecimento, além da excelente estabilidade térmica em toda faixa de temperatura de utilização (10 ºC a 80 ºC e aplicação (130 ºC a 170 ºC dos cimentos asfálticos de petróleo, fornecendo uma opção ao pavimento regional.There is a need in the Brazilian market for asphalt binders that minimize premature structural failure of the coatings on urban roads, and the modification of asphalt cement oil (CAP 50/70 is an excellent option. In this research we used 2% w/w of the styrene - butadiene-styrene (SBS copolymer and 2% w/w of natural fiber from Couepia edulis (Prance, known as cutia chesnut, which is a plant from the Amazon region with strengthening properties. The oxidative and thermal effects, as well as the physical characteristics of the asphalt modified materials, were studied and compared to the conventional binder

  12. Propriedades mecânicas e morfologia de blendas de polipropileno com Tpes Morphology and mechanical properties of polypropylenes/Tpes blends

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia O. M. S. Abreu

    2006-03-01

    Full Text Available Blendas de polipropileno e elastômeros termoplásticos (TPEs, estireno-b-butadieno-b-estireno (SBS e estireno-b-etileno-co-butileno-b-estireno(SEBS foram preparadas com o objetivo de avaliar a influência do tipo e da concentração do elastômero nas propriedades mecânicas e na morfologia das blendas. Foram utilizados dois tipos de polipropileno, um homopolímero de propileno (PP-H e um copolímero randômico de propileno-etileno (PP-R, sendo avaliado também o efeito das características da matriz termoplástica. O elastômero termoplástico aumentou a resistência ao impacto do PP, e a variação da rigidez das blendas foi dependente somente da quantidade de TPE adicionada, sendo estas comparativamente mais rígidas que aquelas com igual teor de elastômero convencional, tipo EPDM e EPR. A blenda com melhor balanço rigidez-impacto foi aquela de PP-R com 10% de SEBS. As blendas do copolímero de propileno-etileno com os TPEs apresentaram maior deformação do que aquelas com o homopolímero, devido à natureza menos cristalina da matriz do copolímero de propileno. As blendas tanto do homo quanto do copolímero de propileno com SEBS ficaram mais homogêneas em função da maior afinidade do bloco central poliolefínico EB (etileno-co-butileno do primeiro com a região amorfa da matriz, sendo esta mais significativa no PP-R.Blends of polypropylene and thermoplastic elastomers (TPEs of styrene-butadiene-styrene (SBS and styrene-ethylene-co-butene-styrene (SEBS triblock copolymers were prepared to evaluate the effect of the elastomer and its concentration on the material properties. For this purpose, a polypropylene homopolymer (PP-H and a propylene-ethylene random copolymer (PP-R were used to evaluate the matrix effect on the tensile properties and morphology of the blends. The addition of TPEs to PP promotes increase on impact resistance and the PP-R/SEBS 10%wt blend showed the best balance in stiffness-impact resistance. The morphology of