WorldWideScience

Sample records for terapia intensiva uti

  1. Estudio preliminar sobre el síndrome de Burnout y estrategias de afrontamiento en enfermeras de unidades de terapia intensiva (UTI)

    OpenAIRE

    Maricel Soledad Popp

    2008-01-01

    Dado que la enfermería es considerada una profesión altamente estresante y proclive a padecer el síndrome de burnout, los objetivos de este trabajo fueron medir el nivel de burnout en enfermeras de unidades de terapia intensiva (UTI) ya que los profesionales que trabajan en estas unidades conforman un grupo de alto riesgo para desarrollar dicho síndrome, y determinar si el perfil de afrontamiento de las enfermeras difiere en función de los niveles de manifestación del burnout. Como inst...

  2. Estudio preliminar sobre el síndrome de Burnout y estrategias de afrontamiento en enfermeras de unidades de terapia intensiva (UTI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maricel Soledad Popp

    2008-01-01

    Full Text Available Dado que la enfermería es considerada una profesión altamente estresante y proclive a padecer el síndrome de burnout, los objetivos de este trabajo fueron medir el nivel de burnout en enfermeras de unidades de terapia intensiva (UTI ya que los profesionales que trabajan en estas unidades conforman un grupo de alto riesgo para desarrollar dicho síndrome, y determinar si el perfil de afrontamiento de las enfermeras difiere en función de los niveles de manifestación del burnout. Como instrumentos de medida se aplicaron el Inventario Burnout de Maslach (Maslach & Jackson, 1997 y el Inventario de Modos de Afrontamiento (Lazarus & Folkman, 1986, utilizando para su evaluación la taxonomía propuesta por Moos y Billings (1982. Mediante la ejecución de un análisis multivariado de variancia (MANOVA sobre una muestra de 53 enfermeras mujeres, de entre 24 y 54 años de edad de instituciones públicas y privadas de la Provincia de En tre Ríos (República Argentina, se encontraron efectos principales significativos con respecto a las dimensiones despersonalización (F de Hotelling (18, 44 = 3,145; p = .001 y baja realización personal (F de Hotelling (18, 44 = 2,137; p = .021. Las enfermeras que presentaron niveles inferiores de burnout utilizaron estrategias de afrontamiento, tales como: el análisis lógico de la situación problemática, sus causas, consecuencias y posibles soluciones como la ejecución de acciones que resuelvan el problema y el desarrollo de gratificaciones o recompensas alternativas en otro tipo de fuentes de satisfacción, por ejemplo relaciones sociales, actividades y desarrollo personal.

  3. Humanização em Unidade de Terapia Intensiva Adulto (UTI: compreensões da equipe de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Cruz Costa

    2009-01-01

    Full Text Available Trata-se de estudo descritivo de abordagem qualitativa cujo objetivo foi compreender como os profissionais da enfermagem (enfermeiros e técnicos percebem a política de humanização no cenário de uma UTI e sua importância nesse processo. Foi desenvolvido em uma instituição privada no município de Porto Alegre/RS, com 18 participantes. A coleta dos dados ocorreu por meio de entrevista estruturada. Da análise emergiram aspectos referentes a elementos e características que definem a humanização, bem como questões facilitadoras e dificultadoras presentes no processo. Conclui-se que a empatia, o respeito e a valorização constituem elementos fundamentais e que o profissional de enfermagem acredita fazer a diferença no processo de humanizar, com vistas a melhorar as práticas de cuidado baseadas na ética, no diálogo e na autonomia do paciente, de sua família e da própria equipe.

  4. Prevenzione delle infezioni ospedaliere in una terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G.B. Orsi

    2003-05-01

    Full Text Available

    Obiettivi: sorveglianza delle infezioni ospedaliere (IO nell’unità di terapia intensiva (UTI di un grande ospedale romano.

    Metodi. tutti i pazienti ricoverati nell’UTI tra il 1.1.2000 ed il 31.12.2001 per ›48 ore. Lo studio, applicando le definizioni di caso dei CDC, ha considerato le seguenti infezioni: infezioni polmonari (POL, setticemie (SET, infezioni delle vie urinarie (IVU, infezioni della ferita chirurgica (IFC. Inoltre sono stati valutati eventuali fattori di rischio preesistenti, procedure invasive, isolamento dei microrganismi e loro suscettibilità agli antibiotici.

    Sulla base dei risultati epidemiologici preliminari, dall’ottobre 2000 al marzo 2001 sono stati effettuati una serie di interventi che hanno modificato alcune importanti variabili associate alle IO.

  5. Prevalência de interações medicamentosas em unidades de terapia intensiva no Brasil

    OpenAIRE

    Carvalho,Rhanna Emanuela Fontenele Lima de; Reis,Adriano Max Moreira; Faria,Leila Márcia Pereira de; Zago,Karine Santana de Azevedo; Cassiani,Silvia Helena De Bortoli

    2013-01-01

    OBJETIVO: Determinar a prevalência de interações medicamentosas em unidades de terapia intensiva e analisar a significância clínica das interações identificadas. MÉTODOS: Estudo multicêntrico, transversal e retrospectivo desenvolvido com 1124 pacientes em sete unidades de terapia intensiva (UTI) de hospitais de ensino no Brasil. As informações sobre os medicamentos administrados com 24 horas e 120 horas de internação foram obtidas nas prescrições. RESULTADOS: Em 24 horas 70,6% dos pacientes a...

  6. Cultura e clima organizacional para segurança do paciente em Unidades de Terapia Intensiva

    OpenAIRE

    Santiago, Thaiana Helena Roma; Turrini, Ruth Natalia Teresa

    2015-01-01

    RESUMO Objetivo Avaliar a percepção dos profissionais de saúde sobre o clima e a cultura de segurança do paciente em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e a relação entre os instrumentos Hospital Survey on Patient Safety Culture (HSOPSC) e o Safety Attitudes Questionnaire (SAQ). Método Estudo transversal realizado em hospital de ensino no interior do estado de São Paulo, Brasil, em março/abril de 2014. Aplicaram-se o HSOPSC, o SAQ e um instrumento para levantamento das informações sociode...

  7. Cuidado paliativo e enfermeiros de terapia intensiva: sentimentos que ficam

    OpenAIRE

    Silveira, Natyele Rippel; Nascimento, Eliane Regina Pereira do; Rosa, Luciana Martins da; Jung, Walnice; Martins, Sabrina Regina; Fontes, Moisés dos Santos

    2016-01-01

    RESUMO Objetivo: conhecer os sentimentos dos enfermeiros acerca dos cuidados paliativos em unidades de terapia intensiva de adultos. Método: estudo qualitativo, cujo referencial teórico adotado foi o das Representações Sociais, realizado com 30 enfermeiros do estado de Santa Catarina incluídos por amostragem Bola de Neve. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas realizadas de abril a agosto de 2015, organizados e analisados por meio do Discurso do Sujeito Coletivo. ...

  8. Sistematização da Assistência de Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva

    OpenAIRE

    Truppel,Thiago Christel; Meier,Marineli Joaquim; Calixto,Riciana do Carmo; Peruzzo,Simone Aparecida; Crozeta,Karla

    2009-01-01

    Trata-se de uma pesquisa metodológica, cujo objetivo foi reestruturar a Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Realizaram-se neste estudo as seguintes etapas: descrição da prática de enfermagem; transcrição dos diagnósticos; construção do protocolo de diagnósticos baseado na classificação internacional para a prática de enfermagem (CIPE); determinação das prescrições e construção de normas, rotinas e procedimentos. Caracterizou-se a prátic...

  9. Infecção hospitalar em unidade de terapia intensiva pediátrica

    OpenAIRE

    Júlia Gonçalves de Mello, Maria

    2007-01-01

    Esta tese, apresentada sob a forma de três artigos, teve como objetivo identificar fatores de risco para infecção relacionada à assistência à saúde (IrAS) ou infecção hospitalar (IH) em Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP) e estimar o efeito dos fatores no tempo até a aquisição da primeira infecção da corrente sanguínea confirmada laboratorialmente (BSI-LCBI). O primeiro artigo é uma revisão sistemática de estudos observacionais sobre fatores de risco para IH em UTI Pedi...

  10. Fatores associados à morte materna em unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suzanne Vieira Saintrain

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Identificar os fatores associados à morte materna em pacientes internadas em unidade de terapia intensiva. Métodos: Estudo do tipo transversal realizado em unidade de terapia intensiva materna. Foram selecionados todos os prontuários de pacientes admitidas no período de janeiro de 2012 a dezembro de 2014. O critério de inclusão foi todas as pacientes obstétricas e puérperas, e o de exclusão as com diagnóstico de mola hidatiforme, gravidez ectópica e anembrionada, e as internadas por causas não obstétricas. Foi realizada análise comparativa entre os desfechos óbito e alta hospitalar. Resultados: Foram incluídas 373 pacientes, com idade entre 13 a 45 anos. As causas de internação na unidade de terapia intensiva foram síndromes hipertensivas relacionadas à gestação, cardiopatias, insuficiência respiratória e sepse; as complicações foram lesão renal aguda (24,1%, hipotensão (15,5%, hemorragia (10,2% e sepse (6,7%. Ocorreram 28 óbitos (7,5%. As causas de óbito foram choque hemorrágico, falência múltipla de órgãos, insuficiência respiratória e sepse. Os fatores de risco independentes para óbito foram lesão renal aguda (OR = 6,77, hipotensão (OR = 15,08 e insuficiência respiratória (OR = 3,65. Conclusão: A frequência de óbitos foi baixa. Lesão renal aguda, hipotensão e insuficiência respiratória foram os fatores de risco independentes associados à mortalidade materna.

  11. Gerenciamento de tecnologia em terapia intensiva Gerenciamiento de tecnología en terapia intensiva Management of technology in Intensive Care Units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cátia Romano Madureira

    2000-12-01

    Full Text Available A vida do paciente no hospital depende dos procedimentos diagnóstico-terapêuticos e cuidado da equipe de saúde, além da qualidade e disponibilidade de fatores como: estrutura física, recursos materiais, humanos e financeiros. A necessidade de otimizar estes recursos e restaurar a saúde, fez surgir as Unidades de Terapia Intensivas (UTI's, cujo projeto deve considerar o ambiente físico e equipamentos clínicos indispensáveis ao cuidar. Objetivando identificar o nível de conhecimento dos profissionais de saúde sobre as informações técnico-operacionais contidas nos manuais dos equipamentos e a percepção dos entrevistados quanto a adequação das instalações físicas e elétricas destas unidades, realizamos um estudo descritivo numa UTI de um hospital público de Salvador. Os resultados mostraram que estas instalações foram consideradas inadequadas ao desempenho seguro de suas atividades, e que a maioria desconhece as especificações técnico-operacionais dos manuais dos equipamentos.La vida del enfermo en el hospital depende de los procedimientos diagnóstico- terapéuticos y del esmero del equipo de salud, además de la calidad y disponibilidad de factores como: organismo físico, recursos materiales, humanos y financieros. La necesidad de mejorar estos recursos y restaurar la salud, hizo surgir las Unidade de Terapia Intensiva (UTIS cuyo proyecto debe considerar el ambiente físico y los equipos clínicos indispensables para el cuidado. Con el objeto de identificar los conocimientos de los profesionales de salud sobre las informaciones técnico-operacionales existentes en los manuales de los equipos y la percepción de los entrevistados en relación con la adecuación de las instalaciones físicas y eléctricas (de estas unidades, hicimos un análisis en una UTI de un hospital general de Salvador. Los resultados mostraron que estas unidades son inseguras para las actividades y que la mayor parte de las personas desconoce las

  12. Definição operacional da qualidade da assistência de enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva de um Hospital-Escola

    OpenAIRE

    Elisabeth Dreyer

    1997-01-01

    A finalidade deste estudo foi a elaboração de normas e critérios válidos de qualidade da assistência de enfermagem em unidade de terapia intensiva (UTI), com base na estratégia de avaliação de Donabedian. 18 normas e 219 critérios foram redigidos por um grupo de enfermeiras assistenciais da UTI de um hospital-escola, seguindo um protocolo estabelecido. Ato. contínuo, foram avaliados por quatorze enfermeiras experts em JJTI de outros cinco centros paulistas, através de um questionário escrito....

  13. Cultura e clima organizacional para segurança do paciente em Unidades de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaiana Helena Roma Santiago

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Avaliar a percepção dos profissionais de saúde sobre o clima e a cultura de segurança do paciente em Unidades de Terapia Intensiva (UTI e a relação entre os instrumentos Hospital Survey on Patient Safety Culture (HSOPSC e o Safety Attitudes Questionnaire (SAQ. Método Estudo transversal realizado em hospital de ensino no interior do estado de São Paulo, Brasil, em março/abril de 2014. Aplicaram-se o HSOPSC, o SAQ e um instrumento para levantamento das informações sociodemográficas e profissionais aos funcionários das UTI adulto, pediátrica e neonatal. A análise utilizou a estatística descritiva. Resultados As escalas apresentaram boa confiabilidade. Maiores fragilidades para a segurança do paciente foram observadas nos domínios “condições de trabalho” e “percepções da gerência” do SAQ e “resposta não punitiva aos erros” do HSOPSC. As fortalezas no SAQ foram o “clima de trabalho em equipe” e a “satisfação no trabalho” e para o HSOPSC “expectativas e ações de promoção de segurança supervisores/gerentes” e “aprendizado organizacional e melhoria mútua”. Na UTI Neonatal houve maior satisfação no trabalho do que nas demais UTI. A UTI Adulto apresentou menores pontuações para a maioria dos domínios do SAQ e HSOPSC. A correlação entre as escalas foi de força moderada (r=0,66. Conclusão Há diferenças de percepções quanto à segurança do paciente entre as UTI, o que corrobora com a existência de microculturas locais. O estudo não demonstra que o SAQ e o HSOPSC sejam equivalentes.

  14. Cuidado paliativo e enfermeiros de terapia intensiva: sentimentos que ficam

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natyele Rippel Silveira

    Full Text Available RESUMO Objetivo: conhecer os sentimentos dos enfermeiros acerca dos cuidados paliativos em unidades de terapia intensiva de adultos. Método: estudo qualitativo, cujo referencial teórico adotado foi o das Representações Sociais, realizado com 30 enfermeiros do estado de Santa Catarina incluídos por amostragem Bola de Neve. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas realizadas de abril a agosto de 2015, organizados e analisados por meio do Discurso do Sujeito Coletivo. Resultados: os resultados apontaram como ideias centrais estão relacionadas aos sentimentos de conforto, frustração, insegurança e angústia, além do sentimento de que a formação e atuação profissional estão voltados para o curativo. Conclusão: as representações sociais dos enfermeiros acerca dos sentimentos relacionados aos cuidados paliativos estão representadas principalmente por sentimentos negativos, provavelmente consequentes ao contexto em que se dá o cuidado.

  15. Análise de interações medicamentosas em prescrições de unidade de terapia intensiva do Hospital das Clínicas - HC Unicamp : importância da farmácia clínica em terapia intensiva

    OpenAIRE

    Aline Teotonio Rodrigues

    2013-01-01

    Resumo: A incidência de interações medicamentosas em prescrições de unidades de terapia intensiva (UTI) é conhecidamente superior ao número de interações observado em outros setores hospitalares. O nível de complexidade tecnológica desta unidade, o elevado número de medicamentos a que os pacientes estão expostos e as dificuldades inerentes aos cuidados críticos são fatores que evidenciam a necessidade de elaborada avaliação da farmacoterapia utilizada em medicina intensiva. A atuação do farma...

  16. Consumo e custo de recursos materiais em unidades pediátricas de terapia intensiva e semi-intensiva Costo y consumo de recursos materiales en unidades pediátricas de terapia intensiva y semi-intensiva Costs and consumption of material resources in pediatric intensive and semi-intensive care units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Lenotti Zuliani

    2012-12-01

    Full Text Available O gerenciamento de custos de materiais de consumo hospitalar é um tema atual em pesquisa, principalmente em unidades de saúde especializadas. Os enfermeiros são destacados como os principais gestores do consumo e custo de materiais hospitalares. Neste estudo, objetivou-se caracterizar unidades pediátricas semi-intensivas e intensivas de um hospital de ensino e verificar o consumo e os custos de materiais utilizados na assistência a pacientes internados nessas unidades. Estudo descritivo, exploratório, retrospectivo, com abordagem quantitativa; os dados foram obtidos do Sistema de Informação Hospitalar; analisados com base na classificação ABC. O gasto médio foi semelhante entre as UTIs cardiológica e neonatal e menor nas UTI e semi-intensiva pediátricas; houve variação significativa de consumo mensal de materiais; os materiais de maior custo tiveram mais impacto no orçamento das unidades estudadas. Os dados obtidos revelaram a importância do uso de método sistêmico de análise de consumo e gastos de materiais em unidades pediátricas e subsidiam ações administrativas de economia.La gestión de costos de materiales de consumo hospitalario es un tema actual en investigación, especialmente en unidades de salud especializadas. Los enfermeros son destacados como los principales gestores de consumo y costos de materiales hospitalarios. En este estudio, objetivó-se caracterizar Unidades Pediátricas de Terapia Intensiva (UTI y Semi-intensiva de un hospital escuela e investigar el consumo y costo de materiales utilizados en la asistencia de pacientes ingresados en esas unidades. Estudio descriptivo, exploratorio, retrospectivo, de abordaje cuantitativo. Los datos fueron obtenidos del Sistema de Información Hospitalaria y analizados de acuerdo con la clasificación ABC. El gasto medio fue semejante entre las UTIs cardiológica y neonatal, y menor en las unidades de terapia intensiva y semi-intensiva pediátricas. Hubo variaci

  17. O estresse de enfermeiros atuantes no cuidado do adulto na unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Rodrigues de Souza

    2012-04-01

    Full Text Available A Unidade de Terapia Intensiva (UTI mesmo havendo a centralização de recursos materiais e humanos com elevados padrões de qualidade, é um setor marcado por imprevistos e incertezas que possam ocasionar o estresse. O estudo objetivou descrever os fatores estressantes que prejudicam a saúde dos enfermeiros que atuam no cuidado do adulto nas UTI, e possíveis medidas para reduzir esses estresses apontados pela literatura. Trata-se de uma pesquisa de natureza descritiva realizada através de revisão bibliográfica sistematizada utilizando-se de artigos publicados na Biblioteca Virtual de Saúde e em demais bibliotecas: Lilacs, Bdenf e Scielo entre os anos 2004 e 2010. Os resultados mostraram que os fatores predisponentes ao estresse foram: escassez de recursos humanos e materiais, sobrecarga de trabalho, desvalorização profissional, insatisfação no trabalho, falta de trabalho em equipe, baixos salários, dentre outros. Conclui-se que é de extrema importância para o enfermeiro saber identificar os possíveis fatores estressores vivenciados por ele e sua equipe, providenciando medidas que amenizam o estresse como provar para as chefias que para se prestar uma boa assistência necessita-se ter em mãos recursos humanos e matérias favoráveis, um ambiente adequado, uma valorização profissional e trabalho em equipe, evitando assim uma sobrecarga de trabalho.

  18. Cuanta más psicología, mejor: eficacia para dejar de fumar de la terapia cognitiva conductual intensiva y de los parches de nicotina combinados con terapia cognitiva conductual intensiva y menos intensiva

    OpenAIRE

    Fernández Arias, Ignacio Gabino; García-Vera, María Paz; Sanz, Jesús

    2014-01-01

    Para comparar la eficacia para dejar de fumar de la terapia cognitiva conductual intensiva (TCC/I), la TCC/I con parches de nicotina (TCC/I+PN) y la terapia cognitiva conductual no intensiva con parches de nicotina (TCC/NI+PN) se realizó un estudio experimental de medidas repetidas con 235 fumadores adultos asignados aleatoriamente a uno de esos tres tratamientos. Entre los pacientes que completaron el tratamiento (n = 152) la TCC/I+PN mostró tasas de abstinencia a los 6 meses y al año, mayor...

  19. Estudo comparativo do consumo e gasto com medicamentos em Unidades Pediátricas de Terapia Intensiva e Semi-intensiva Estudio comparativo del consumo y gasto con medicamentos en Unidades Pediátricas de Terapia Intensiva y Semi-intensiva Comparative study of drug utilization and drug expenses in Pediatric Intensive and Semi-intensive Care Units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Lenotti Zuliani

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever e comparar o consumo e gastos com medicamentos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI e Semi-intensiva Pediátricas. MÉTODOS: Estudo descritivo, exploratório, retrospectivo, com abordagem quantitativa por meio de estatística descritiva simples. A coleta de dados ocorreu no período de junho de 2007 a maio de 2008 nas UTI e Semi-intensiva Pediátricas de um hospital de ensino do interior do Estado de São Paulo, utilizando-se a classificação ABC. RESULTADOS: O gasto médio/leito da Unidade Cardiológica foi de R$ 1.400,00±0,26 leito/mês e da Neonatal de R$ 1.530,00±0,27 leito/mês, sendo menor na UTI e Semi-intensiva Pediátrica (R$ 260,00±0,13 leito/mês. Houve variação significativa do gasto mensal com medicamentos independentemente da taxa de ocupação. Na Classe A, os dez medicamentos de maior custo representaram 57,1, 54,3, e 46,3% do orçamento das UTI e Semi-intensivas Cardiológica, Neonatal e Pediátrica, respectivamente. Na Neonatal, os dez medicamentos mais consumidos corresponderam à Classe C, com 6,6% do orçamento, enquanto que nas outras unidades se enquadram oito, responsáveis por 7,8% do orçamento da Cardiológica e 7,7% da Pediátrica. CONCLUSÕES: A classificação ABC permitiu conhecer o consumo e os gastos com medicamentos; esse método favorece a gestão desses recursos nas unidades avaliadas.OBJETIVO: Describir y comparar el consumo y los gastos con medicamentos en Unidades de Terapia Intensiva (UTI y Semi-intensiva Pediátricas. MÉTODOS: Estudio descriptivo, exploratorio, retrospectivo, con abordaje cuantitativo mediante estadística descriptiva simple. La recolección de datos ocurrió en el periodo de junio de 2007 a mayo de 2008 en las UTI y Semi-intensiva Pediátricas de un hospital de enseñanza en el interior del Estado de São Paulo, utilizándose la clasificación ABC. RESULTADOS: El gasto medio/lecho de las Unidades Cardiológicas fue de R$ 1.400,00±0,26 lecho/mes y Neonatal de

  20. Consumo e custo de recursos materiais em unidades pediátricas de terapia intensiva e semi-intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Lenotti Zuliani

    2012-12-01

    Full Text Available O gerenciamento de custos de materiais de consumo hospitalar é um tema atual em pesquisa, principalmente em unidades de saúde especializadas. Os enfermeiros são destacados como os principais gestores do consumo e custo de materiais hospitalares. Neste estudo, objetivou-se caracterizar unidades pediátricas semi-intensivas e intensivas de um hospital de ensino e verificar o consumo e os custos de materiais utilizados na assistência a pacientes internados nessas unidades. Estudo descritivo, exploratório, retrospectivo, com abordagem quantitativa; os dados foram obtidos do Sistema de Informação Hospitalar; analisados com base na classificação ABC. O gasto médio foi semelhante entre as UTIs cardiológica e neonatal e menor nas UTI e semi-intensiva pediátricas; houve variação significativa de consumo mensal de materiais; os materiais de maior custo tiveram mais impacto no orçamento das unidades estudadas. Os dados obtidos revelaram a importância do uso de método sistêmico de análise de consumo e gastos de materiais em unidades pediátricas e subsidiam ações administrativas de economia.

  1. Educação continuada em unidade de terapia intensiva: revisão da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laurindo Pereira de Souza

    2015-03-01

    Full Text Available Introdução: A educação continuada é um processo dinâmico de ensino-aprendizagem, ativo e permanente destinado a atualizar e melhorar a capacitação de pessoas. Objetivo: Este estudo objetivou fazer uma revisão bibliográfica acerca da importância da educação continuada em unidade de terapia intensiva-UTI, revelar o ano dos artigos publicados, autores e os Estados em que foram publicados. Métodos: Trata-se de um estudo quantiqualitativo, descritivo realizado por meio de revisão bibliográfica publicada nos bancos de dados: LILACS (Literatura Latino Americano e do Caribe em Ciências da Saúde, SciELO (Scientific Eletronic Library On-line e BDENF(Banco de Dados em Enfermagem, tendo por descritores Decs: “educação continuada”, “unidade de terapia intensiva”, “enfermagem”, “educação permanente”. Estabeleceu como critérios de inclusão os artigos publicados nacionalmente, nos período compreendido entre 2000 a 2011, com uma amostra de 21 artigos. Resultados: Desse modo, a análise dos dados possibilitou identificar muita semelhança entre os estudos; o ano que obteve maior publicação foi 2006 com (19,04%, sendo a maioria dos pesquisadores (46.66% com doutorado em enfermagem. Revelou também que o maior número de artigos publicados sobre o tema proposto, foi o estado de São Paulo, com 52,38% dos 21 artigos analisados, o que se justifica pelo fato de São Paulo ser uma região de referência na área acadêmica e de Saúde. Além disso, foi possível constatar que a unidade de terapia intensiva é um cenário para o qual toda a equipe multiprofissional deverá estar capacitada e qualificada a fim de exercer e executar suas funções com mais segurança. Considerações Finais: Acredita-se que o estudo fornecerá subsídio para a melhoria e a reflexão frente à tamanha importância da educação continuada voltada para a unidade de terapia intensiva.

  2. Cuanta más psicología, mejor: eficacia para dejar de fumar. De la terapia cognitiva conductual intensiva y de los parches de nicotina combinados con terapia cognitiva conductual intensiva y menos intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ignacio Gabino Fernández Arias

    2014-01-01

    Full Text Available Para comparar la eficacia para dejar de fumar de la terapia cognitiva conductual intensiva (TCC/I, la TCC/I con parches de nicotina (TCC/I+PN y la terapia cognitiva conductual no intensiva con parches de nicotina (TCC/NI+PN se realizó un estudio experimental de medidas repetidas con 235 fumadores adultos asignados aleatoriamente a uno de esos tres tratamientos. Entre los pacientes que completaron el tratamiento (n= 152 la TCC/I+PN mostró tasas de abstinencia a los 6 meses y al año, mayores que la TCC/NI+PN, mientras que la TCC/I mostró tasas de abstinencia que no eran significativamente diferentes de las de los otros dos tratamientos. Estos resultados sugieren que los parches de nicotina se deberían utilizar siempre con una terapia cognitiva conductual lo más intensiva posible y que la utilización de esta última terapia en solitario debería gozar de mayor relevancia en las guías clínicas para dejar de fumar.

  3. Incidência de constipação intestinal em uma unidade de terapia intensiva

    OpenAIRE

    Guerra, Tatiana Lopes de Souza; Mendonça, Simone Sotero; Marshall, Norma Guimarães

    2013-01-01

    OBJETIVOS: Avaliar a incidência de constipação em pacientes críticos em uso de nutrição enteral internados em uma unidade de terapia intensiva e correlacioná-la a variáveis encontradas em pacientes críticos. MÉTODOS: Estudo de caráter retrospectivo analítico, realizado na unidade de terapia intensiva do Hospital Regional da Asa Norte (DF), por meio da análise de prontuários de pacientes internados no período de janeiro a dezembro de 2011. Foram coletados e analisados dados referentes a incidê...

  4. Cuidados paliativos no paciente com HIV/AIDS internado na unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paola Nóbrega Souza

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Descrever as características de pacientes com HIV/AIDS e comparar as medidas terapêuticas e cuidados de fim de vida, antes e após a avaliação da equipe de cuidados paliativos. Métodos: Trata-se de uma coorte retrospectiva, que incluiu todos os pacientes com HIV/AIDS internados na unidade de terapia intensiva do Instituto de Infectologia Emílio Ribas e avaliados pela equipe de cuidados paliativos no período de janeiro de 2006 a dezembro de 2012. Resultados: Dos 109 pacientes avaliados, 89% tinham relato de doenças oportunistas, 70% apresentavam CD4 menor que 100cels/mm3 e apenas 19% aderiram ao tratamento. A mortalidade geral foi de 88%. Dentre os pacientes considerados em provável terminalidade (68%, observaram-se redução do uso da terapia antirretroviral altamente ativa (50,0% para 23,1%; p = 0,02, antibioticoterapia (100% para 63,6%; p < 0,001, drogas vasoativas (62,1% para 37,8%, p = 0,009, terapia de substituição renal (34,8% para 23%; p < 0,0001 e transfusão de hemoderivados (74,2% para 19,7%; p < 0,0001. Foi realizada reunião com a família em 48% dos casos, e 23% dos pacientes em provável terminalidade receberam alta da unidade de terapia intensiva. Conclusão: A equipe de cuidados paliativos foi acionada para pacientes com perfil de elevadas gravidade e mortalidade. Os pacientes acompanhados pela equipe de cuidados paliativos avaliados como provável terminalidade tiveram significativa redução de intervenções potencialmente inapropriadas, e 26% desses pacientes conseguiram receber alta da unidade de terapia intensiva.

  5. Atuação do farmacêutico em Unidade de Terapia Intensiva : impacto da farmácia clínica no acompanhamento da terapia medicamentosa

    OpenAIRE

    Larissa Saito da Costa

    2014-01-01

    Resumo: Durante tratamentos oncológicos, ginecológicos e obstétricos, a mulher pode desenvolver complicações que requerem a sua admissão em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Neste contexto, a atuação do farmacêutico clínico nas reuniões à beira leito da equipe intensivista e a realização de intervenções farmacêuticas contribui para a otimização da terapia medicamentosa, a redução de erros de prescrição e consequentemente, para a segurança da paciente. Este estudo objetivou avaliar o imp...

  6. A participação da fisioterapia respiratória intensiva no tempo de ventilação, no tempo de permanência e mortalidade de pacientes internados na unidade de terapia intensiva de um hospital privado

    OpenAIRE

    Teixeira, Vanessa de Amorim

    2006-01-01

    Introdução: O fisioterapeuta, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), é responsável por desenvolver um tratamento eficiente que possibilite a menor dependência do paciente do ventilador mecânico, bem como melhorar a qualidade de vida durante a sua hospitalização. Além disso, a terapia eficiente aprimora a capacidade funcional do paciente e restaura a sua independência física e respiratória, diminuindo o risco de complicações ligadas à imobilidade no leito. Apesar disso, o papel do fisioterapeu...

  7. Definição operacional da qualidade da assistência de enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva de um Hospital-Escola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabeth Dreyer

    1997-06-01

    Full Text Available A finalidade deste estudo foi a elaboração de normas e critérios válidos de qualidade da assistência de enfermagem em unidade de terapia intensiva (UTI, com base na estratégia de avaliação de Donabedian. 18 normas e 219 critérios foram redigidos por um grupo de enfermeiras assistenciais da UTI de um hospital-escola, seguindo um protocolo estabelecido. Ato. contínuo, foram avaliados por quatorze enfermeiras experts em JJTI de outros cinco centros paulistas, através de um questionário escrito. Os resultados evidenciaram uma boa aceitação dos critérios, sendo que somente um foi rejeitado. Isso mostrou que as enfermeiras da UTI e as experts dos diversos centros implicados têm concepções semelhantes da qualidade da assistência de enfermagem em UTI. A definição operacional obtida constitui uma base para um instrumento de medida da qualidade. A participação das enfermeiras assistências a todo o processo é recomendada.

  8. Mortalidade e o tempo de internação em uma unidade de terapia intensiva cirúrgica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Abelha Fernando José

    2006-01-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Em cuidados intensivos os resultados podem ser relacionados aos índices de mortalidade ou morbidade. Quando avaliada de forma isolada, a mortalidade é uma medida insuficiente do resultado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI; o tempo de internação pode ser uma medida indireta do resultado relacionado com a morbidade. O objetivo do presente estudo foi avaliar a incidência e os fatores preditivos para mortalidade e tempo de internação dos pacientes admitidos numa UTI cirúrgica. MÉTODO: Participaram deste estudo prospectivo, realizado, entre abril e julho de 2004, todos os 185 pacientes submetidos a procedimentos programados ou de emergência, admitidos numa UTI cirúrgica. Foram registrados os seguintes parâmetros: idade, sexo, altura e peso, temperatura central estado físico segundo a ASA, tipo de intervenção cirúrgica, porte cirúrgico, técnica anestésica, quantidade e qualidade de fluídos administrados durante a anestesia, monitorização da temperatura ou de técnica de aquecimento corporal peri-operatório, duração da anestesia, tempo de permanência na UTI e no hospital e escore SAPS II. RESULTADOS: O tempo médio de internação na UTI foi de 4,09 ± 10,23 dias. Fatores de risco significativos para permanências mais prolongadas na UTI foram o valor do escore SAPS II, estado físico ASA, quantidade administrada, durante a intervenção cirúrgica, de colóides, unidades de plasma fresco e unidades de concentrados de hemáceas. Quatorze pacientes (7,60% morreram durante a internação na UTI e 29 (15,70% morreram durante a internação hospitalar. Fatores de risco independentes de mortalidade com diferença estatística significativa foram intervenções cirúrgicas de emergência, de grande porte, escores altos SAPS II, permanência prolongada na UTI e no hospital. Fatores protetores com diferença estatística significativa para risco de morte hospitalar foram baixo peso corporal e baixo

  9. Interações Medicamentosas Potenciais em Pacientes de Unidades de Terapia Intensiva

    OpenAIRE

    Liliana Batista Vieira; Adriano Max Moreira Reis; Rhanna Emanuela Fontenele Lima de Carvalho; Leila Márcia Pereira de Faria; Silvia Helena de Bortoli Cassiani

    2012-01-01

    O objetivo do estudo é determinar a frequência de interações fármaco-fármaco em prescrições de pacientes internados em unidades de terapia intensiva e analisar os fatores associados relativos à farmacoterapia e ao paciente. O estudo descritivo transversal foi realizado em dois hospitais de ensino da região centro oeste do Brasil. As interações medicamentosas potenciais foram identificadas nas prescrições do primeiro dia (24 horas) e do quinto dia (120 horas) de interna...

  10. DANO OCUPACIONAL NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL: A PERCEPÇÃO DA ENFERMEIRA

    OpenAIRE

    MARIA ALVANI DIAS PEDROZA; ANTONIA DO CARMO SOARES CAMPOS; MÁRCIA MARIA COELHO OLIVEIRA

    2006-01-01

    Se trata de estudio cuantitativo, exploratorio y descriptivo, con el objetivo de conocer la percepción de las enfermeras con respecto a la influencia del desempeño en la asistencia de enfermería y en el ambiente laboral. Tuvo por escenario la Unidad de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) de una maternidad escuela, en Fortaleza-CE. Recogimos los datos entre agosto y septiembre de 2004 a través de un cuestionario estructurado en parte, aplicado a 24 enfermeras activas. Verificamos que la mayor co...

  11. Evento adverso no idoso em Unidade de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Chaves Pedreira

    Full Text Available Objetiva identificar a produção científica, na América Latina, sobre segurança do idoso na UTI e os eventos adversos trazidos pela literatura. Revisão sistemática quantitativa. A coleta, feita no banco de dados do LILACS e SCIELO, considerou descritores indexados e respeitou critérios de inclusão e exclusão. Foram selecionados vinte trabalhos para análise. Em sua maioria, esses trabalhos foram realizados após o ano de 2000, no Brasil, por profissionais enfermeiros e médicos, tratando principalmente de erros com medicação, retiradas acidentais de sondas e cateteres, infecção nosocomial, erro na técnica de procedimento e ocorrência de úlceras por pressão. A produção cientifica sobre a temática ainda é recente na América Latina, sendo preciso atentar para a população idosa nessas unidades, voltando-se para possíveis riscos a que estão expostos.

  12. Prevalência de potenciais interações medicamentosas droga-droga em unidades de terapia intensiva

    OpenAIRE

    Hammes,Jean André; Pfuetzenreiter,Felipe; Silveira,Fabrízio da; Koenig,Álvaro; Westphal,Glauco Adrieno

    2008-01-01

    OBJETIVOS: Interações medicamentosas ocorrem quando os efeitos e/ou a toxicidade de um fármaco são alterados pela presença de outro. São geralmente imprevistas e indesejáveis. Realizado estudo com objetivo de verificar a prevalência e o valor clínico das interações medicamentosas potenciais em unidades de terapia intensiva. MÉTODOS: Incluídos todos pacientes de três unidades de terapia intensiva em um período de 2 meses, analisados transversalmente. Foram excluídos aqueles com tempo de perman...

  13. CULTURA DE SEGURANÇA DO PACIENTE EM TERAPIA INTENSIVA: RECOMENDAÇÕES DA ENFERMAGEM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janeide Freitas de Mello

    2013-01-01

    Full Text Available Estudio cuantitativo, de tipo investigativo, transversal y comparativo que tuvo por objeto sistematizar las recomendaciones de enfermería sobre la seguridad del paciente en dos Unidades de Terapia Intensiva adulta de la Grande Florianópolis-SC, Brasil, en 2011. Resultó de la respuesta a una pregunta cualitativa aplicada con el Hospital Survey on Patient Safety Culture para 97 profesionales, con una tasa de respuesta del 93,8% correspondiente a 91 profesionales, y obtuvo 267 recomendaciones, clasificadas de acuerdo con las dimensiones del instrumento utilizado. Hubo un mayor número de recomendaciones para las dimensiones: aprendizaje organizacional y la mejora continua, con sugerencias envolviendo a la capacitación y al entrenamiento; personal en relación con la cuestión cuantitativa; y la percepción general de la seguridad, indicándose la mejoría de los procedimientos, los procesos y el apoyo de la gestión hospitalaria, dando énfasis a la mejoría de los recursos materiales y equipamientos. Destacadas por otros estudios, estas recomendaciones son esenciales para la promoción de la seguridad del paciente en las Unidades de Terapia Intensiva estudiadas.

  14. FUNÇÕES DESEMPENHADAS PELO ENFERMEIRO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Micheli Grande Cenedési

    2012-01-01

    Full Text Available Estudio exploratorio, con enfoque cualitativo con objetivo general de identificar las funciones desarrolladas por enfermero en la Unidad de Terapia Intensiva, siguiendo el marco canadiense de función del enfermero (atención, educar, coordinar, supervisar y colaborar. Los datos fueron recolectados en 2009 mediante aplicación de cuestionario y observación sistemática de nueve enfermeros de una unidad de terapia intensiva de un hospital privado de Curitiba-PR, Brasil. Los datos obtenidos fueron clasificados por la técnica de análisis de contenido. Los resultados indican que los enfermeros son en su mayoría mujeres jóvenes, que no tienen experiencia en la unidad de cuidados intensivos. La observación de las actividades presenta que todas las funciones descritas en el marco son desarrolladas por los enfermeros del servicio, donde las funciones de coordinación, supervisión y atención técnica son las más significativas.

  15. O familiar acompanhante como estimulo comportamental de pacientes internados em terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Veronica Lopes Louzada Vidal

    2013-09-01

    Full Text Available O objetivos deste estudo foram levantar as expressões verbais e não verbais presentes no comportamento do paciente antes, durante a inserção e permanência do familiar acompanhante no centro de terapia intensiva, e analisar comparativamente as alterações comportamentais do paciente durante esses momentos da internação. MÉTODO: O cenário foi o centro de terapia intensiva de um hospital no Rio de Janeiro, conveniado com o Sistema Único de Saúde (SUS. A abordagem qualitativa resultou da observação livre sobre o comportamento de cinco pacientes e registros em diário de campo durante três dias consecutivos. Priorizou-se observação do paciente no primeiro dia de internação e após a inserção ininterrupta do familiar acompanhante por três dias consecutivos. RESULTADOS: As mudanças nas reações verbais e não verbais do paciente após os estímulos gerados pela presença do familiar variaram de ausência de fala e movimentos, passividade no agir, a reações de aceitação dos procedimentos, comunicação cinésica ampliada e maior participação no cuidado.

  16. Alocação da equipe de enfermagem e ocorrência de eventos adversos/incidentes em unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leilane Andrade Gonçalves

    2012-10-01

    Full Text Available A segurança do paciente representa um desafio para a excelência da qualidade no setor saúde. Este estudo objetivou: verificar a adequação entre a alocação da equipe de enfermagem e as horas de cuidado requeridas pelos pacientes, bem como identificar a relação entre essa alocação com eventos adversos/incidentes (EA/I. Trata-se de pesquisa observacional, descritiva e prospectiva, desenvolvida nas Unidades de Terapia Intensiva Clínicas do 4º andar e 6º andar de um Hospital Universitário, do município de São Paulo, Brasil, no período de 01/11/07 a 10/12/07, com 46 pacientes. Nas UTIs 4º andar e 6º andar, respectivamente, 43,3% e 10,3% das alocações foram inadequadas (p = 0,000. Houve diferença na frequência de EA/I nas alocações adequadas e inadequadas da equipe de enfermagem da UTI 4º andar e UTI 6º andar, p = 0,0004 e p = 0,000, respectivamente. Concluiu-se que, quanto maior a diferença entre as horas disponíveis e requeridas de cuidado nas alocações de enfermagem, menor a frequência de EA/I.

  17. Cuidados paliativos para idosos na unidade de terapia intensiva: revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anelise Coelho da Fonseca

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: O uso de tecnologia médica intervencionista em pacientes idosos em estado terminal necessita ser associado aos cuidados paliativos como medidas de suporte clínico na terapia intensiva. Esse recurso auxilia nas decisões ao final da vida do paciente e direciona a atenção da equipe de saúde para garantir o conforto do paciente e a satisfação da família. O prolongamento da vida sem a implementação de ações que visem amenizar sintomas, como dor e dispneia, contribui para o estresse familiar e a morte com sofrimento. O objetivo deste trabalho foi conhecer os avanços no uso dos cuidados paliativos na unidade de terapia intensiva. MÉTODOS: Revisão sistemática sobre a relação entre cuidados paliativos aos idosos e a terapia intensiva nos portais Medline e Bireme. RESULTADOS: Foram analisados 29 artigos, que mostram experiências de cuidados paliativos em unidades de terapia intensiva utilizando as variáveis "satisfação da família quando participa das discussões sobre os cuidados paliativos" e "dificuldades na implementação desse tipo de cuidado por falta de capacitação técnica dos profissionais". CONCLUSÃO: O tema "cuidados paliativos" deve ser aprofundado visando melhorar a relação entre pacientes, seus familiares e a equipe de saúde. Considerando o aumento do número de idosos na terapia intensiva, é fundamental melhorar a capacitação do profissional de saúde para enfrentar os desafios que envolvem a terminalidade da vida.

  18. Caracterização clínica dos pacientes sob ventilação mecânica internados em unidade de terapia intensiva / Clinical characterization of patients under mechanical ventilation in an intensive therapy unit

    OpenAIRE

    Camila Llima Ribeiro; Islene Victor Barbosa; Renata Saraiva Martins da Silva; Virna Ribeiro Feitosa Cestari; Kiarelle Lourenço Penaforte; Ires Lopes Custódio

    2018-01-01

    RESUMO Objetivo: Descrever as características clínicas de pacientes sob ventilação mecânica internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Métodos: Estudo transversal e quantitativo, com amostra de 90 pacientes internados em um hospital referência em atendimento de doenças cardiopulmonares, situado na cidade de Fortaleza/Ceará. Coleta de dados realizada em outubro de 2016 através de um instrumento estruturado. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Intituição sob o p...

  19. Impacto económico de las nuevas formas de tratamiento antimicrobiano para neumonías nosocomiales en terapia intensiva cardiovascular / Economic impact of new forms of antimicrobial treatment for nosocomial pneumonia in cardiovascular intensive care units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrés M. Rodríguez Acosta

    2015-08-01

    Full Text Available Señor Editor:Las neumonías nosocomiales (NN son las que aparecen 48 horas después del ingreso hospitalario, constituyen la segunda causa de infección en salas generales y la primera, en las unidades de terapia intensiva (UTI en todo el mundo. Su incidencia se ha informado entre 10 - 20 %, la cual puede llegar hasta un 20 % en aquellos pacientes que reciben ventilación artificial mecánica, y su mortalidad supera el 50 %; por eso son consideradas enfermedades de elevadas morbilidad, mortalidad y repercusión socioeconómica.

  20. Dimensionamento de pessoal de enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva para adultos Dimensionamiento del personal de enfermería en una Unidad de Terapia Intensiva para adultos Sizing the nursing staff in an Intensive Care Unit for Adults

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Cristina Inoue

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o dimensionamento do pessoal de enfermagem da Unidade de Terapia Intensiva de Adultos (UTI-A através da aplicação do Nursing Activities Score (NAS e da Resolução COFEN n.º 293/2004. MÉTODOS: Pesquisa descritiva, exploratória realizada na UTI-A de um hospital-escola do Paraná, entre novembro/2007 e maio/2008. A população constituiu-se de 107 pacientes que permaneceram mais de 24 horas nessa unidade. RESULTADOS: De acordo com os resultados, a média do NAS (697,3 pontos aponta para alta carga de trabalho de enfermagem; a equipe de enfermagem do setor deve contar com 40 profissionais em ao invés de 28; a proporção de 35,7% de enfermeiros não corresponde com o recomendado que é de 52,5%. CONCLUSÃO: Apesar de algumas limitações do instrumento NAS para mensurar a carga de trabalho de enfermagem em UTI e do Índice de Segurança Técnica empírico, recomendado nacionalmente, concluiu-se que os dois métodos utilizados contribuem para um dimensionamento do pessoal de enfermagem mais adequado às necessidades desse serviço.OBJETIVO: Analizar el dimensionamiento del personal de enfermería de la Unidad de Terapia Intensiva para Adultos (UTI-A por medio del Nursing Activities Score (NAS y de la Resolución COFEN Nº 293/2004. MÉTODOS: Estudio descriptivo y exploratorio realizado en la UTI-A, de un hospital escuela de Paraná, entre Noviembre/2007 y Mayo/2008. La población estuvo constituida por 107 pacientes que permanecieron más de 24 horas en dicha unidad. RESULTADOS: De acuerdo a los resultados, la media del NAS (697,3 puntos apunta para: Una alta carga de trabajo de la enfermería; el equipo de enfermería del sector debe contar con 40 profesionales en lugar de los 28 actuales; la proporción de 35,7% enfermeros no corresponde con lo recomendado, que es de 52,5%. CONCLUSIÓN: A pesar de algunas limitaciones del instrumento NAS para medir la carga de trabajo de enfermería en la UTI-A y del Índice de Seguridad

  1. Transtorno de estresse pós-traumático e a presença de recordações referentes à unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaquilene Barreto da Costa

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a incidência de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT em pacientes submetidos à ventilação mecânica (VM e analisar a sua relação com variáveis clínicas, demográficas e presença de recordações referentes à unidade de terapia intensiva (UTI. MÉTODO: Estudo prospectivo longitudinal realizado durante o período de um ano na UTI de um hospital-escola. A avaliação ocorreu três meses após a alta da UTI durante consulta ambulatorial. Os sujeitos foram avaliados utilizando-se um instrumento para avaliar memórias de UTI (IAM-TI e o Impact of Event Scale-Revised (IES-R, para avaliar o TEPT. RESULTADOS: Do total de respondentes, 68,8% eram do sexo masculino, a idade variou entre 18 e 79 anos, com média de 43,5 anos ± 17,1. Quanto à avaliação dos pacientes, 14,5% apresentaram sintomas de TEPT, quando utilizado um ponto de corte > 20 pontos. Para uma melhor precisão diagnóstica, foi utilizado também o ponto de corte ≥ 33 pontos e, nesse caso, sete pacientes (5,1% apresentaram o transtorno. CONCLUSÃO: Poucos pacientes preencheram todos os critérios para o diagnóstico de TEPT, indicando que a grande maioria deles apresentou apenas sintomatologia relacionada ao TEPT.

  2. Transtorno de estresse pós-traumático em pacientes de unidade de terapia intensiva

    OpenAIRE

    Caiuby,Andrea Vannini Santesso; Andreoli,Paola Bruno de Araújo; Andreoli,Sergio Baxter

    2010-01-01

    O transtorno de estresse pós-traumático tem sido descrito em pacientes após tratamento em unidade de terapia intensiva. O objetivo foi revisar estudos sobre os aspectos psicológicos e as intervenções terapêuticas destes pacientes após internação em unidade de terapia intensiva. Trinta e oito artigos foram incluídos. A prevalência de transtorno de estresse pós-traumático variou de 17% a 30% e a incidência de 14% a 24%. Os fatores de risco foram: história prévia de ansiedade, depressão ou pânic...

  3. Interações Medicamentosas Potenciais em Pacientes de Unidades de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliana Batista Vieira

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo do estudo é determinar a frequência de interações fármaco-fármaco em prescrições de pacientes internados em unidades de terapia intensiva e analisar os fatores associados relativos à farmacoterapia e ao paciente. O estudo descritivo transversal foi realizado em dois hospitais de ensino da região centro oeste do Brasil. As interações medicamentosas potenciais foram identificadas nas prescrições do primeiro dia (24 horas e do quinto dia (120 horas de internação empregando o software Drug Reax. Dos 117 pacientes do estudo, 63,2% apresentaram interações medicamentosas potenciais nas primeiras 24 horas de internação e 68,4% pacientes em 120 horas. Houve associação estatisticamente significativa entre o número de medicamentos prescritos e a ocorrência de interações medicamentosas nos dois momentos de internação. O estudo demonstrou que a prevalência de interações fármaco-fármaco foi elevada nos hospitais investigados e que a chance de interação aumentou com o número de medicamentos prescritos, número de diagnósticos e idade maior que 60 anos. O conhecimento do mecanismo farmacológico e dos fatores de risco para interações medicamentosas potenciais contribuem para aumentar a segurança e efetividade do tratamento. Para ampliar a segurança da farmacoterapia, é essencial implementar estratégias que auxiliem a equipe de saúde a identificar as interações e implementar medidas de prevenção e monitorização de pacientes em riscos de desenvolver interações medicamentosas. A atuação do farmacêutico clínico na unidade de terapia intensiva é uma ferramenta importante para a prevenção, identificação e monitorização das interações medicamentosas.

  4. Qualidade de vida no trabalho e burnout em trabalhadores de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Rodrigues Costa Schmidt

    2013-02-01

    Full Text Available Estudo descritivo, correlacional, de corte transversal, cujos objetivos foram avaliar a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT e a presença da Síndrome de Burnout entre profissionais de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva. Compuseram a amostra 53 trabalhadores de enfermagem de um hospital escola do interior do Paraná, Brasil. Utilizou-se para a coleta de dados: instrumento de caracterização sócio-demográfica e profissional, Escala Visual Analógica para QVT e o Maslach Burnout Inventory (MBI. A coleta de dados ocorreu entre abril e agosto de 2009. Predominaram auxiliares de enfermagem (52,8%, do sexo feminino (66,0%, casados (67,9%, com idade média de 42,4 anos. A média de QVT para o total da amostra foi de 71,1 (D.P.=15,5, demonstrando uma avaliação satisfatória para essa medida. As dimensões Exaustão Emocional, Despersonalização e Realização Profissional obtiveram média de 11,4 (DP=7,7, 4,6 (DP=4,1 e 25,0 (DP=5,9, respectivamente, enquanto a medida de QVT somente obteve associação estatisticamente significante com a dimensão Exaustão Emocional (p=0,000.

  5. TAXAS DE INFECÇÃO HOSPITALAR EM UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Waleska de Oliveira Bittencourt

    2009-09-01

    Full Text Available Trata-se de uma pesquisa descritiva quantitativa que teve o seguinte objetivo: identificar as taxas de infecção hospitalar relacionadas ao trato vascular em recém-nascidos hospitalizados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de um Hospital Universitário localizado no estado do Rio de Janeiro no período de 2005 a 2007. A amostra foi constituída todos os recém-nascidos internados em 2005 e 2007. Os resultados indicaram que, embora a taxa de infecções hospitalares em 2007 seja menor que no ano de 2005, a proporção de infecções relacionadas ao trato vascular sofreu um discreto aumento considerando as demais topografias. Embora a educação continuada seja empregada na unidade, acredita-se que fatores como a alta rotatividade de profissionais e o uso de mais cateteres venosos centrais na rotina reduzam sua efetividade. Desta forma, foram elaboradas algumas propostas para a redução das infecções hospitalares na unidade estudada.

  6. Vivências de pais diante da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal: um estudo de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suzane Pereira Busatta

    2011-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2178-4582.2011v45n1p135 O presente estudo buscou investigar a percepção dos pais sobre a internação de um filho internado em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN. Foi utilizada a metodologia qualitativa, por meio de um estudo de caso e como instrumento de coleta de dados a entrevista semi-estruturada com um pai e uma mãe de um bebê prematuro internado em UTIN. O conteúdo das entrevistas foi analisado por meio da metodologia de análise de conteúdo, constituindo duas categorias e quatro subcategorias, que possibilitaram a compreensão de que o casal deste estudo vivenciou momentos de ambiva- lência de sentimentos, de uma rotina modificada pela hospitalização, bem como a busca de apoio para enfrentar estas situações. Percebeu-se a impor- tância do psicólogo no sentido de auxiliar os pais neste momento de sofri- mento psicológico.

  7. Nível de pressão sonora em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Vendramini Peixoto

    2011-12-01

    Full Text Available Os objetivos deste estudo foram verificar o nível de pressão sonora (NPS de duas salas de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN e identificar as suas fontes. É uma pesquisa quantitativa, descritiva, conduzida em duas salas de UTIN de hospital universitário de São Paulo - SP, Brasil. Registros de NPS foram realizados por três dosímetros, totalizando 261 horas de mensuração. Obteve-se 48 horas de registros das fontes que produzem ruídos. Os resultados indicam elevados níveis de pressão sonora nos dois ambientes. Os maiores níveis de Leq foram 71,0 dBA na sala A e 68,0 dBA na sala B. As principais fontes de ruído encontradas nas duas unidades foram ruído no corredor, trânsito e conversa entre os profissionais. Os resultados revelam que os NPS das salas da UTIN estão distantes dos recomendados pelos órgãos regulamentadores. Foi desenvolvido um protocolo e implementado um programa educativo, visando à redução dos níveis de pressão sonora.

  8. Ocorrência de acidente do trabalho em uma unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Médice Nishide

    Full Text Available Este estudo, de caráter descritivo, identificou os acidentes do trabalho ocorridos com trabalhadores de enfermagem de uma unidade de terapia intensiva, correlacionando-os com o procedimento que estava sendo executado pelo trabalhador no momento do acidente. Os dados foram coletados por meio de entrevista individual, realizado com 68 trabalhadores, no ano de 2001. Constatou-se que os acidentes ocorreram, predominantemente, devido ao contato da pele e da mucosa com sangue e secreções, ferimento por material perfurocortante, queda e lesões na coluna vertebral. Os acidentes acontecidos estavam relacionados aos procedimentos de aspiração de tubo orotraqueal, manuseio de excretas/secreções, preparo de medicação, coleta de sangue arterial, piso molhado e transporte de paciente. Concluiu-se que são necessárias mudanças no ambiente de trabalho e programas de prevenção, para minimizar os acidentes em procedimentos de assistência aos pacientes.

  9. Qualidade da assistência de enfermagem em unidade de terapia intensiva de um hospital escola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rômulo Botêlho Silva

    Full Text Available Este estudo transversal objetivou analisar a qualidade da assistência de enfermagem numa unidade de terapia intensiva geral para adultos de um hospital escola. Os dados foram coletados de 23 clientes com permanência na unidade ≥ 72 horas, de junho a novembro de 2012, por meio de um Roteiro de Auditoria Operacional e a qualidade dos cuidados foi classificada segundo o índice de positividade (IP da seguinte forma: IP = 100%: cuidado desejável; de 90-99%: adequado; de 80-89%: seguro; de 70-79%: limítrofe; e < 70%: cuidado sofrível. Assim, a qualidade da assistência prestada foi sofrível, pois a média global foi 61,71%. Ademais, o melhor IP foi atribuído ao item "utilização de equipamentos" (100% e o pior ao item "atividades físicas" (17,39%. Este estudo estabeleceu o diagnóstico situacional das práticas de enfermagem no cenário estudado, etapa fundamental para o planejamento de estratégias e ações que visem à melhoria da qualidade da assistência prestada.

  10. Enfermagem neonatal: o sentido existencial do cuidado na unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia de Jesus Melo

    2013-10-01

    Full Text Available Entender que cuidado ao recém-nascido prematuro perpassa por diversas ações que estão, por vezes, imbricadas na rotina predominante nas Unidades de Terapia Intensiva Neonatal, requer que profissionais compreendam a sutileza entre o cuidado no sentido de atividades e procedimentos realizados no dia-a-dia, e cuidado no sentido existencial de ser e cuidar do outro. Este estudo, na abordagem fenomenológica heideggeriana, objetivou desvelar o sentido existencial do cuidado às mães de bebês prematuros internados em UTIN. Após aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa, foram realizadas entrevistas com nove mães. A análise pelo método heideggeriano desvelou que o ser-mãe, ao ser-com-o-filho, também se sente cuidada pelos profissionais que propiciam que enfrente esse momento existencial de maneira mais segura.

  11. DANO OCUPACIONAL NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL: A PERCEPÇÃO DA ENFERMEIRA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARIA ALVANI DIAS PEDROZA

    2006-01-01

    Full Text Available Se trata de estudio cuantitativo, exploratorio y descriptivo, con el objetivo de conocer la percepción de las enfermeras con respecto a la influencia del desempeño en la asistencia de enfermería y en el ambiente laboral. Tuvo por escenario la Unidad de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN de una maternidad escuela, en Fortaleza-CE. Recogimos los datos entre agosto y septiembre de 2004 a través de un cuestionario estructurado en parte, aplicado a 24 enfermeras activas. Verificamos que la mayor concentración de enfermeras (un 37,5% pertenece al grupo de las que ya tienen entre uno a cinco años de trabajo y que 19 (un 79% de ellas poseen otro trabajo, sometidas a una altísima carga horaria. El exceso de trabajo, el estrés y el ruido son los factores que más incomodan en el local, desencadenando el exceso de actividades y cansancio físico. Concluimos que el estrés existente en esta unidad es lo que causa mayor daño a la práctica laboral. El hecho de que esto ocurra con mucha frecuencia nos plantea una reflexión sobre las consecuencias que aporta a la salud del profesional /cuidador, mostrándonos la necesidad de mejorar las condiciones de trabajo.

  12. Stress in nurses working in intensive care units El estrés de los enfermeros que actúan en una unidad de terapia intensiva Estresse de enfermeiros com atuação em unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Cavalheiro

    2008-02-01

    Full Text Available The present study aimed to identify the presence of stress in nurses working in intensive care units, the stressing agents and symptoms associated to the nurses' perceptions of stress, and to assess the correlation between the occurrence of stress, sources of stress, and symptoms shown by the nurses. Seventy-five nurses took part in the study. The data were collected from questionnaires, analyzed with the Pearson correlation coefficients, and adjusted by general linear models. The study showed the presence of stress related to work dissatisfaction, activities regarded as critical situations in intensive care units, symptoms related to cardiovascular, digestive and musculoskeletal disorders. The conclusion is that stress is present in nurses' activities in intensive care units, related to characteristics of the health area itself, causing dissatisfaction and stress-related symptoms.El presente estudio tuvo como objetivos: identificar la presencia de estrés en enfermeros que trabajan en unidades de terapia intensiva; identificar a los agentes estresantes y a los síntomas asociados al estrés, según la percepción del enfermero; y, evaluar la correlación entre la presencia del estrés, las fuentes del estrés y los síntomas presentados por los enfermeros. Setenta y cinco enfermeros participaron del estudio. Los datos fueron recolectados por medio de cuestionarios. El análisis fue realizado utilizando los coeficientes de correlación de Pearson y ajustando con modelos lineales generalizados. El estudio mostró la presencia de estrés correlacionado a: la insatisfacción en el trabajo; a las actividades consideradas como situaciones críticas en unidad de terapia intensiva; a los síntomas relacionados con alteraciones cardiovasculares; al aparato digestivo y a los músculos del esqueleto. La conclusión del estudio es que el estrés está presente en la actividad del enfermero en las unidades de terapia intensiva y está correlacionado a

  13. Uso dos equipamentos de proteção individual em unidade de terapia intensiva Uso de los equipamientos de protección individual en unidad de terapia intensiva Use of personal protective equipment in the intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ellen Lucy Vale de Souza

    2011-07-01

    Full Text Available Apesar dos grandes avanços na prevenção de infeções hospitalares, a adesão aos equipamentos de proteção individual continua sendo um importante desafio entre os trabalhadores da saúde. Foi objetivo deste estudo analisar a utilização de equipamentos de proteção individual (EPIs pelos trabalhadores de enfermagem nas unidades de terapia intensiva de um hospital de emergência localizado no município de Fortaleza/CE, Brasil. Trata-se de um estudo exploratório, descritivo e transversal, realizado nas quatro unidades da referida instituição. A coleta de dados ocorreu nos meses de setembro e outubro de 2008, através de entrevista e observação, respeitando-se os aspetos ético-legais. Participaram do estudo 45 trabalhadores da equipe de enfermagem da UTI, nas categorias de técnico e auxiliar. Os resultados revelam que os técnicos e auxiliares de enfermagem têm consciência da importância do uso de EPIs, porém não os utilizam com a devida frequência na prática de seu cotidiano laboral, devido a problemas de ordem comportamental e de logística. Os resultados deste estudo oferecem bases para uma reflexão quanto à importância da identificação de facilidades e dificuldades encontradas pela equipe na utilização dos EPIs.Apesar de los grandes avances en la prevención de infecciones hospitalarias, la adhesión a los equipamientos de protección individual sigue siendo un importante desafío entre los trabajadores de la salud. Este estudio tuvo por objetivo analizar la utilización de equipamientos de protección individual (EPIs por los trabajadores de enfermería en las unidades de terapia intensiva de un hospital de emergencia localizado en el municipio de Fortaleza/CE, Brasil. Se trata de un estudio exploratorio, descriptivo y transversal, realizado en las cuatro unidades de la referida institución. La recolección de datos transcurrió durante los meses de septiembre a octubre de 2008, mediante entrevista y observaci

  14. Visita de crianças em unidade de terapia intensiva Children visit to intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Katya Masae Kitajima Borges

    2010-09-01

    Full Text Available A maioria dos hospitais estabelece idade mínima de 12 anos para a entrada de crianças nas unidades de terapia intensiva de adultos, porém, crianças menores participativas do processo de hospitalização têm manifestado, por meio de seus familiares, o desejo de visitar seus entes hospitalizados. Essa situação suscita diferentes opiniões entre os membros da equipe de saúde, principalmente no que diz respeito a pouca orientação sobre como manejar a entrada de criança na unidade de terapia intensiva sem causar danos psicológicos. Com objetivo de ampliar e fundamentar essa prática realizou-se revisão bibliográfica sobre o tema, alinhada ao estudo das fases do desenvolvimento cognitivo e emocional da criança em relação à compreensão da morte para, em seguida, sugerir proposta para rotina de entrada de crianças em unidade de terapia intensiva adulto.Most hospitals only allow children above 12 years-old to visit adult intensive care unit patients. However, younger children participating in the hospitalization process manifest, through their family members, their willingness to visit their hospitalized relatives. This raises different health care team members' opinions on how to manage their visits to the intensive care unit and prevent psychological harm. Aiming to expand and support this practice, a literature review was conducted, and the children's cognitive and emotional development phases related to understanding of death studied. From this, a routine for children's visits to adult intensive care unit is proposed.

  15. Eventos adversos por interações medicamentosas potenciais em unidade de terapia intensiva de um hospital de ensino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Macedo Alvim

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Avaliar a existência de interações medicamentosas potenciais na unidade de terapia intensiva de um hospital, com foco nos antimicrobianos. Métodos: Estudo transversal, que analisou prescrições eletrônicas de pacientes da unidade de terapia intensiva de um hospital de ensino, avaliando potenciais interações medicamentosas relacionadas aos antimicrobianos, entre 1º de janeiro e 31 de março de 2014. O consumo dos antimicrobianos foi expresso em dose diária definida por 100 pacientes-dia. A busca e a classificação das interações foram realizadas com base no sistema Micromedex®. Resultados: Foram analisadas prescrições diárias de 82 pacientes, totalizando 656 prescrições. Do total de medicamentos prescritos, 25% eram antimicrobianos, sendo meropenem, vancomicina e ceftriaxona os mais prescritos. Os antimicrobianos mais consumidos, segundo a metodologia de dose diária definida por 100 pacientes-dia, foram cefepime, meropenem, sulfametoxazol + trimetoprima e ciprofloxacino. A média de interações por paciente foi de 2,6. Entre as interações, 51% foram classificadas como contraindicadas ou de gravidade importante. Destacaram-se as interações altamente significativas (valor clínico 1 e 2, com prevalência de 98%. Conclusão: Com o presente trabalho verifica-se que os antimicrobianos são uma classe frequentemente prescrita na unidade de terapia intensiva, apresentando elevada quantidade de interações medicamentosas potenciais, sendo a maior parte das interações considerada altamente significativa.

  16. Fisioterapia respiratoria na pressao intracraniana de pacientes graves internados em unidade de terapia intensiva: revisao sistematica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Lima Ferreira

    2013-12-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar os desfechos aumento/diminuição da pressão intracraniana e/ou queda da pressão de perfusão cerebral, proporcionados pela fisioterapia respiratória em pacientes graves assistidos em unidade de terapia intensiva. Métodos: Por meio de uma revisão sistemática da literatura, foram selecionados ensaios clínicos publicados entre 2002 e 2012. A busca envolveu as bases de dados LILACS, SciELO, MedLine e PEDro, usando os descritores "physical therapy", "physiotherapy", "respiratory therapy" e "randomized controlled trials" em cruzamento com o descritor "intracranial pressure". Resultados: Foram incluídos 5 estudos, que somaram 164 pacientes, com média de idade entre 25 e 65 anos, e que indicaram que as manobras de fisioterapia respiratória aumentaram significativamente a pressão intracraniana, sem alterar a pressão de perfusão cerebral. Os artigos abordaram as técnicas de vibração, vibrocompressão, tapotagem, drenagem postural, além da manobra de aspiração intratraqueal. Todos os pacientes estavam sob ventilação mecânica invasiva. Conclusão: A fisioterapia respiratória promove aumento da pressão intracraniana. Os estudos sugerem que não há repercussões hemodinâmicas e respiratórias a curto prazo ou alteração da pressão de perfusão cerebral. Entretanto, não há estudos que avaliem desfechos clínicos e que assegurem a segurança das manobras.

  17. Humanização no processo de doação para transplante na perspectiva de enfermeiros de Unidades de Terapia Intensiva

    OpenAIRE

    Lúcia Piva Cabral Senna

    2014-01-01

    Introdução: O processo de doação de órgãos envolve assistência aos potenciais doadores e aos seus familiares. A humanização nesse contexto requer o envolvimento dos profissionais que participam das diversas atividades desenvolvidas e, dentre eles, os enfermeiros de Unidades de Terapia Intensiva. Objetivo: Conhecer a percepção de enfermeiros de unidades de terapia intensiva sobre a humanização no processo de doação de órgãos para transplante. Método: Trata-se de um estudo exploratório, descri...

  18. Estressores em Unidade de Terapia Intensiva: versão brasileira do The Environmental Stressor Questionnaire Estresores en Unidad de Terapia Intensiva: versión brasileña del Environmental Stressor Questionnaire Stressors at the Intensive Care Unit: the Brazilian version of The Environmental Stressor Questionnaire

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Ângelo Rosa

    2010-09-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo realizar a adaptação cultural do The Environmental Stressor Questionnaire - (ESQ para a língua portuguesa do Brasil e verificar sua confiabilidade e validade. Foram empregadas as etapas metodológicas recomendadas pela literatura para adaptação cultural. A versão brasileira do ESQ foi aplicada a 106 pacientes de Unidade de Terapia Intensiva (UTI de dois hospitais, público e privado, do interior do Estado de São Paulo. A confiabilidade foi avaliada quanto à consistência interna e estabilidade (teste e reteste; a validade convergente foi verificada por meio da correlação entre o ESQ e questão genérica sobre estresse em UTI. A confiabilidade foi satisfatória com Alfa de Crombach=0,94 e Coeficiente de Correlação Intraclasse=0,861 (IC95% 0,723; 0,933. Constatou-se correlação entre o escore total do ESQ e a questão genérica sobre estresse (r=0,70, confirmando a validade convergente. A versão brasileira do ESQ mostrou-se uma ferramenta confiável e válida para avaliação de estressores em UTI.Este estudio tuvo como objetivo realizar la adaptación cultural del Environmental Stressor Questionnaire (ESQ a la lengua portuguesa de Brasil y verificar su confiabilidad y validez. Fueron empleadas las etapas metodológicas recomendadas por la bibliografía para la adaptación cultural. La versión brasileña del ESQ fue aplicada a 106 pacientes de Unidad de Terapia Intensiva (UTI de dos hospitales, público y privado, del interior del estado de San Pablo, Brasil. La confiabilidad fue evaluada respecto de la consistencia interna y la estabilidad (test y retest; la validez convergente fue verificada a través de la correlación entre el ESQ y pregunta genérica acerca de estrés en UTI. La confiabilidad fue satisfactoria, con Alfa de Cronbach = 0,94 y Coeficiente de Relación Intraclase = 0,861 (IC 95%; 0,723; 0,933. Se constató correlación entre el puntaje total del ESQ y la pregunta genérica sobre estr

  19. Prevalência de interações medicamentosas em unidades de terapia intensiva no Brasil Prevalence of drug interactions in intensive care units in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rhanna Emanuela Fontenele Lima de Carvalho

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência de interações medicamentosas em unidades de terapia intensiva e analisar a significância clínica das interações identificadas. MÉTODOS: Estudo multicêntrico, transversal e retrospectivo desenvolvido com 1124 pacientes em sete unidades de terapia intensiva (UTI de hospitais de ensino no Brasil. As informações sobre os medicamentos administrados com 24 horas e 120 horas de internação foram obtidas nas prescrições. RESULTADOS: Em 24 horas 70,6% dos pacientes apresentaram pelo menos uma interação medicamentosa. O número de interações medicamentosas detectadas em 24 horas foi 2299 e em 120 horas foi 2619. Midazolam, fentanil, fenitoína e omeprazol foram os fármacos com maior frequência de interações medicamentosas. CONCLUSÃO: Nesta amostra, interações medicamentosas moderadas e graves foram mais prevalentes. Diante desses resultados, todas as ações dos profissionais de saúde que prestam assistência ao paciente devem ser integradas visando identificar e prevenir possíveis eventos a medicamentos.OBJECTIVE: To determine the prevalence of drug interactions in intensive care units and to analyze the clinical significance of interactions identified. METHODS: A multicenter, retrospective and cross sectional study conducted with 1124 patients in the seven intensive care units of teaching hospitals in Brazil. Information on drugs administered at 24 hours and 120 hours of hospitalization was obtained from the prescriptions. RESULTS: Within 24 hours, 70.6% of patients had at least one drug interaction; the number at 24h was 2299, at 120 h it was 2619. Midazolam, fentanyl, phenytoin and omeprazole were the drugs with higher frequency of drug interactions. CONCLUSION: In this sample, moderate and severe drug interactions were more prevalent. In light of these findings, all actions of health professionals who provide care to these patients must be integrated in order to identify and prevent

  20. O processo do cateterismo venoso central em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e Pediátrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Veronica de Oliveira Gomes

    2013-08-01

    Full Text Available Estudo descritivo, longitudinal e abordagem quantitativa, que objetivou analisar e discutir o processo do cateterismo venoso central nas Unidades de Terapia Intensiva neonatal e pediátrica; descrever as variáveis relacionadas à caracterização da população do estudo (unidade de internação, faixa etária e sexo e descrever as variáveis relacionadas ao processo do cateterismo venoso central (tipo de cateter, motivo de indicação, número de lumens, sítio de inserção, profissional que realizou o procedimento, terapêutica medicamentosa infundida via cateter, motivo de retirada, tempo de permanência e as complicações mecânicas e infecciosas. A coleta de dados foi realizada em unidade de terapia intensiva neonatal e pediátrica, em 82 prontuários. As indicações dos cateteres foram, em sua maioria, para infusão medicamentosa prolongada e Nutrição Parenteral Total. A remoção foi indicada predominantemente por complicações mecânicas e infecciosas. Esse estudo viabilizou rever a prática assistencial para estabelecer o aprimoramento da assistência prestada à clientela neonatal e pediátrica.

  1. Validação de protocolo de posicionamento de recém-nascido em Unidade de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira Toso

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: verificar as indicações de posicionamento dos recém-nascidos (RN e construir um protocolo de procedimento operacional padrão (POP para posicionamento de RN em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN. Método: para validação do POP utilizou-se a técnica Delphi, em que enfermeiros especialistas na área avaliaram o procedimento proposto. Resultados: apresentam-se os resultados dessa validação na forma de protocolo, para contribuir com a discussão sobre o posicionamento do RN na UTIN e padronização da assistência de enfermagem relacionada ao posicionamento. Foram avaliados dez indicadores, em sete dos quais houve concordância de 100,0% e, em três, de 80%, acima dos 60% preconizados pela técnica de validação. Conclusão: dada a importância do posicionamento dos recém-nascidos internados em Unidades de Terapia Intensiva Neonatal para seu desenvolvimento neuromuscular, o estudo contribui para adoção de uma prática baseada em evidência para a enfermagem.

  2. Paciente quirúrgico séptico en terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubén Bembibre Taboada

    1997-08-01

    Full Text Available Se realizó un estudio anual de 121 pacientes quirúrgicos sépticos ingresados en Terapia Intensiva en el Hospital Provincial Clinicoquirúrgico Docente "Dr. Gustavo Aldereguía Lima" y se aplicaron métodos computadorizados para el procesamiento de datos y aplicación de pruebas de significación estadística. La edad media de la serie fue de 40,4 para vivos y 47,35 para fallecidos; la mayor letalidad correspondió a pancreatitis hemorrágica (80 y cirugía gastroduodenal (45,5. En el 41,32 % el diagnóstico se basó en el examen físico y ultrasonido abdominal. Existió un incremento franco de evolución desfavorable al aumentar el número de intervenciones quirúrgicas. Los gérmenes más frecuentes fueron Klebsiella pneumoniae, E. Coli, Pseudomona aureginosa y Proteus mirabilis. Los anti-bióticos más usados fueron metronidazol, penicilinas, y aminoglucósidos. Se destaca el 8,2 de incidencia para fallo multiórgano (FMO con 100 % de letalidad y un predominio de la evolución favorable en 84 enfermos y 37 que fallecieronA one year-period study of 121 surgical septic patients admitted to the Intensive Care Unit of "Dr. Gustavo Aldereguía Lima" Clinicosurgical Provincial Hospital was carried out by the application of computerized methods for data processing and the application of statistical significance tests. Average age of the series was 40.4 for alive subjects, and 47.35 for deceased subjects; the greatest lethality rate corresponded to haemorrhagic pancreatitis (80 and to gastroduodenal surgery (45.5. In 41.32 % the diagnosis was based on physical examination and abdominal ultrasound. There was a frank increase of unfavourable evolution as the number of surgical procedures increased. Germs most frequently found were Klebsiella pneumonia, E. coli, Pseudomona aeruginosa and Proteus mirabilis. Antibiotics most frequently used were metronidazole, penicillins, and aminoglycosides. An incidence of 8.2 for multiple organ failure is highlithed

  3. Clínica do cuidado de enfermagem na terapia intensiva: aliança entre técnica, tecnologia e humanização

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Celestino da Silva

    2013-12-01

    Full Text Available Pesquisa de campo, qualitativa, cujo objetivo foi caracterizar a clínica do cuidado de enfermagem específica da terapia intensiva. Para isso forma realizadas observação e entrevista com 21 enfermeiros de uma unidade de terapia intensiva. Os resultados evidenciaram oito características desta clínica, que abarcam tanto a subjetividade quanto a objetividade, traduzidas em: interação, diálogo, princípios humanísticos, vigilância, conhecimento e domínio do maquinário. Em razão dessa clínica, a subjetividade nem sempre expressa-se de modo claro e a objetividade exige capacitação dos enfermeiros para cuidar na terapia intensiva. Conclui-se que a clínica do cuidado de enfermagem na terapia intensiva alia técnica, tecnologia e humanização, que fundamentam os cuidados de enfermagem que lá se realizam.

  4. Experiência clínica com o uso de sedativos em terapia intensiva: estudo retrospectivo Experiencia clínica con el uso de sedativos en la terapia intensiva: estudio retrospectivo Clinical experience with sedatives in the intensive care unit: a retrospective study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Rolim Rodrigues Júnior

    2002-11-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Dentre as indicações mais freqüentes de sedação em pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI estão a instituição e a manutenção de ventilação artificial, a ansiedade e procedimentos desconfortáveis ou dolorosos. O objetivo deste estudo retrospectivo foi verificar as indicações e as técnicas mais comuns de sedação em pacientes graves internados na Unidade de Terapia Intensiva Cirúrgica da Escola Paulista de Medicina (EPM/UNIFESP durante um período de 11 meses. MÉTODO: Após terem sido excluídos os pacientes que permaneceram na UTI menos de 24 horas ou estavam sem exames indispensáveis para o cálculo do índice de gravidade (APACHE II, a amostra ficou reduzida a 307 pacientes. Foram analisadas as técnicas mais utilizadas, as indicações de sedação e a associação de bloqueadores neuromusculares. RESULTADOS: A sedação foi administrada em 37,4% dos pacientes. Entre as indicações de sedação estão os distúrbios de natureza psiquiátrica, como delírio, agitação, medo e ansiedade. Estas corresponderam a 25,77% de todas as indicações. A maioria dos pacientes ventilados artificialmente também necessita de sedativos. Instalação e manutenção de ventilação mecânica corresponderam à maioria das indicações, em torno de 57,73% dentre os pacientes sedados. Procedimentos como intubação traqueal e broncoscopia tiveram 11,34% das indicações e controle do metabolismo (coma barbitúrico e tétano, 5,15%. As técnicas mais comumente utilizadas incluíram opióides isolados ou associados a benzodiazepínicos. Neste estudo, o fentanil foi utilizado em 58% das técnicas, isoladamente, e em 21,64% associado ao midazolam. Haloperidol, diazepam, propofol e tiopental somaram 19,5%. Bloqueadores neuromusculares foram utilizados em 22,7% dos casos em pacientes ventilados artificialmente. CONCLUSÕES: A sedação é recurso terapêutico freqüente em Terapia Intensiva, comumente

  5. Perfil dos microrganismos associados à colonização e infecção em Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Cristina Oliveira

    2017-06-01

    Full Text Available Justificativa e Objetivos: Nas instituições hospitalares, as Unidades de Terapia Intensiva são consideradas o epicentro de resistência bacteriana devido à maior ocorrência de surtos por bactérias multirresistentes. A monitorização do perfil microbiológico dos microrganismos associados a infecções são fundamentais para apoiar o uso racional de antimicrobianos e as medidas de prevenção e controle de infecções. Assim, objetivou-se verificar o perfil de sensibilidade de microrganismos aos antimicrobianos associados à ocorrência de colonização e infecções em uma Unidade de Terapia Intensiva. Métodos: Tratou-se de uma coorte com seguimento de 2.137 pacientes (2005 – 2008 de um hospital universitário de Belo Horizonte. Resultados: Entre os 2.137 pacientes acompanhados foram realizadas 426 (19,9% culturas microbiológicas, 61,7% (263 se referiam a colonização por microrganismos resistentes destacando-se 39% Acinetobacter baumanni resistentes aos carbapenêmicos, 21% Pseudomonas aeruginosa resistentes aos carbapenêmicos e 14% Staphylococcus aureus resistentes à oxacilina seguidos de Klebsiella pneumoniae e Escherichia coli; 282 pacientes foram diagnosticados com infecções hospitalares (13,2% sendo 86 associadas a microrganismos resistentes. Conclusão: Concluiu-se que o perfil dos microrganismos associados a colonização ou infecção de pacientes na unidade de terapia intensiva entre 2005 e 2008, foi similar ao observado em outros estudos no Brasil e América Latina com predominância dos bastonetes Gram negativos. Evidenciou-se a necessidade de monitoramento das condições ambientais de limpeza e sazonais como variação de temperatura e umidade que podem favorecer a replicação de microrganismos, como parte das medidas de controle da disseminação.

  6. The APACHE II measured on patients' discharge from the Intensive Care Unit in the prediction of mortality APACHE II medido en la salida de los pacientes de la Unidad de Terapia Intensiva en la previsión de la mortalidad APACHE II medido na saída dos pacientes da Unidade de Terapia Intensiva na previsão da mortalidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Gonzaga dos Santos Cardoso

    2013-06-01

    calibración, el análisis de la regresión linear demostró que el valor de R2 fue estadísticamente significativo. CONCLUSÍON: el AII-SALIDA fue capaz de predecir la mortalidad después de la salida de la UTI, siendo la observada discretamente mayor que la prevista, demostrando buena discriminación y buena calibración. Este sistema demostró ser útil para estratificar los pacientes con mayor riesgo de muerte después de la salida de la UTI. Este hecho merece especial atención de los profesionales de la salud, particularmente de los enfermeros, en la gestión de recursos humanos y tecnológicos para este grupo de pacientes. OBJETIVO: analisar o desempenho do Acute Physiology and Chronic Health Evaluation, medido com base nos dados das últimas 24 horas de internação na Unidade de Terapia Intensiva, nos pacientes com transferência para as enfermarias. MÉTODO: estudo observacional, prospectivo e quantitativo com dados de 355 pacientes, admitidos na Unidade de Terapia Intensiva entre janeiro e julho de 2010 que foram transferidos para as enfermarias. RESULTADOS: o poder discriminatório do índice prognóstico AII-SAÍDA demonstrou área sob a curva ROC estatisticamente significante. A mortalidade observada na amostra foi discretamente maior que a prevista pelo AII-SAÍDA, com Razão de Mortalidade Padronizada de 1,12. Na curva de calibração, a análise da regressão linear demonstrou que o valor de R2 foi estatisticamente significante. CONCLUSÃO: o AII-SAÍDA foi capaz de prever a mortalidade, após a saída da Unidade de Terapia Intensiva, sendo a observada discretamente maior que a prevista, demonstrando boa discriminação e boa calibração. Esse sistema demonstrou ser útil para estratificar os pacientes com maior risco de óbito, após a saída da Unidade de Terapia Intensiva. Tal fato merece especial atenção dos profissionais de saúde, particularmente dos enfermeiros, na gestão de recursos humanos e tecnológicos para esse grupo de pacientes.

  7. Therapeutic futility as an ethical issue: intensive care unit nurses La obstinación terapéutica como una cuestión ética: enfermeras de unidades de terapia intensiva Obstinação terapêutica como questão ética: enfermeiras de unidades de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Knopp de Carvalho

    2009-06-01

    Full Text Available Therapeutic futility in intensive care units (ICUs is still little discussed among nursing professionals responsible for implementing prescribed procedures, which they might disagree on. Therefore, interviews were carried out with ICU nurses to understand how they are coping with the implementation of futile treatments. Based on the analysis of collected data, the following categories emerged: Therapeutic futility: what is it?; Therapeutic futility extends suffering; Therapeutic futility with healing as a priority; Coping with therapeutic futility: humanized care? The study indicates the need to evaluate therapeutic measures provided to terminal patients with a view to improving their quality of life in this final phase. When healing is no longer possible, care is necessary with a view to respecting the sick person's integrity because care is the essence of the nursing profession.La obstinación terapéutica, presente en las Unidades de Terapia Intensiva (UTIS, aún es poco discutida entre los profesionales de enfermería que son responsables por la implementación de las terapéuticas y con las cuales pueden discordar. Así, para comprender, como las enfermeras de UTIs, vienen enfrentando los tratamientos fútiles fueron realizadas entrevistas con estas profesionales. A partir del análisis de contenido de los datos, fueron construidas categorías: Obstinación terapéutica: ¿Qué es eso?; La obstinación terapéutica como la continuidad del sufrimiento; la obstinación terapéutica como la preferencia de la cura; el enfrentamiento de la obstinación terapéutica: ¿Es un cuidado humanizado? La evaluación de medidas terapéuticas que necesitan ser utilizadas en pacientes en proceso de morir y de muerte, de modo que puedan vivir su vida con calidad es fundamental. Cuando no existen posibilidades de curar, es necesario efectuar el cuidado respetando la integridad de la persona enferma. El cuidado es la base del ejercicio profesional de la

  8. Erros medicamentosos em unidade de terapia intensiva neonatal Medication errors in a neonatal intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Bandeira de Melo Escovedo Lerner

    2008-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a incidência e o tipo de erros médicos em uma unidade de terapia intensiva neonatal e a relação entre o erro e o estado clínico do paciente. MÉTODOS: Revisamos os prontuários médicos, durante os primeiros 7 dias de hospitalização, de todos os recém-nascidos de alto risco admitidos por um período de 3 meses. RESULTADOS: Setenta e três pacientes foram admitidos durante o período de estudo. A média de peso de nascimento foi de 2.140 g (640-5.020 g, e a idade gestacional média foi de 34 semanas (25-40 semanas. Dos 73 prontuários analisados, 40 (55% apresentaram um ou mais erros. Um total de 365 dias de hospitalização foi analisado, e 95 erros médicos foram detectados (um erro por 3,9 dias de hospitalização. O erro mais freqüente esteve associado com uso de medicamentos (84,2%. Uso de procedimentos terapêuticos (medicamentos, fototerapia, etc. sem prescrição adequada no prontuário do paciente (erro de comissão representou 7,4% dos erros, e a incidência de erros de omissão foi de 8,4%. A incidência de erros médicos foi significativamente maior em recém-nascidos com idade gestacional menor. CONCLUSÕES: A incidência de erros no cuidado de recém-nascidos de alto risco é elevada. Deve-se incentivar estratégias para melhorar a educação de profissionais da saúde envolvidos no cuidado e o desenvolvimento da cultura local, divulgando algoritmos claros e acessíveis para orientar o comportamento quando há ocorrência de erros.OBJECTIVE: To determine the incidence and type of medical errors in a newborn intensive care unit and the relationship between the error and the patient's clinical status. METHODS: We reviewed the medical charts, during the first 7 days of hospitalization, of all high-risk newborn infants admitted for a period of 3 months. RESULTS: Seventy-three patients were admitted during the study period. Their mean birth weight was 2,140 g (640-5,020 g and mean gestational age was 34

  9. Caracterização dos pacientes atendidos pela terapia ocupacional em uma unidade de terapia intensiva adulto / Characterization of patients assisted by occupational therapy in adult intenvise care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Mayumi Okuma

    2017-11-01

    Full Text Available A internação na UTI (Unidade de Terapia Intensiva,  e o processo de adoecimento podem gerar implicações negativas ao sujeito como alterações motoras, cognitivas e na participação nas atividades de vida diária. Muitos pacientes compartilham más experiências vivenciadas durante a internação em UTI (as quais desorganizam o sujeito, identificar as necessidades pode contribuir na elaboração do plano de tratamento adequado às demandas do paciente. Dessa forma,o objetivo do trabalho foi de  caracterizar o perfil desses pacientes atendidos pela Terapia Ocupacional na UTI Adulto. Realizou-se uma pesquisa transversal observacional da qual participaram 37 sujeitos internados na UTI adulto de um hospital público da Zona Leste do município de São Paulo no período de junho a agosto de 2016. Verificou-se que as características mais presentes entre os participantes dos grupos conforme gênero, idade e dias de internação foram:  fraqueza, dor, mobilidade reduzida, limitação no autocuidado, banho e higiene foram os mais presentes entre os participantes. Déficit cognitivo e queixa de memória foram os mais elencados no grupo dos idosos. A internação na UTI e o processo de adoecimento podem gerar implicações negativas ao sujeito como alterações motoras, cognitivas e na participação nas atividades de vida diária. Com base nos resultados identificou-se que os pacientes internados apresentaram fatores que interferem na participação nas atividades de vida diária (autocuidado, banho, higiene, arrumar-se no leito, alimentação e controle de esfíncter, e a atuação da Terapia Ocupacional pode contribuir de forma a minimizar os efeitos deletérios decorrentes da hospitalizaçãoAbstractMany patients live bad experiences during their stay in ICU, that disrupt the subject. Identifying the needs of the person can contribute to the elaboration of the treatment plan. Thus, is importante to identify the profile of the patients treated

  10. Factores de riesgo de neumonía nosocomial en terapia intensiva. Hospital “Dr. Ernesto Guevara”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yadira Santiesteban Escalona

    2015-11-01

    Full Text Available Se realizó un estudio analítico, de tipo caso control pareados 1:2, para determinar los factores de riesgo de neumonía nosocomial en pacientes ingresados en terapia intensiva del Hospital “Dr. Ernesto Guevara de la Serna” de Las Tunas, en el período de enero de 2010 a diciembre de 2011. El universo fue de 1035 pacientes ingresados en terapia intensiva (UCI, en dicho período, de ellos constituyeron la muestra, denominada “casos”, 56 pacientes que desarrollaron Neumonía Nosocomial durante su estadía en UCI. Para el “control” de los factores de confusión, por cada caso, se parearon dos pacientes sin diagnóstico de neumonía. La información se obtuvo de fuentes secundarias (historias clínicas. A los casos y a los controles se les llenó una planilla de vaciamiento de datos con las variables analizadas. Los datos se procesaron utilizando el paquete de programas estadísticos Epinfo, versión 6. Para el estudio de los factores de riesgo se realizaron análisis univariados, evaluándose: ODDS RATIO, intervalo de confianza y probabilidad. Resultaron ser factores de riesgo para presentar neumonía nosocomial: la intubación endotraqueal, los trastornos de conciencia, el aislamiento de bacilos no fermentadores, citrobacter diversus y/o klebsiella ssp., haber requerido neurocirugía, el uso de tratamiento antibiótico previo, antiácidos anti H2, nutrición parenteral y la estadía en UCI mayor de siete días.

  11. Análise de estressores para o paciente em Unidade de Terapia Intensiva Analysis of stressors for the patient in Intensive Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almir Galvão Vieira Bitencourt

    2007-03-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O ambiente hospitalar, especialmente o de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI, devido à complexidade do atendimento prestado, bem como a estrutura física, o barulho, os equipamentos e a movimentação das pessoas, é tido como gerador de estresse para os pacientes. O objetivo deste estudo foi identificar e estratificar os estressores para pacientes internados em UTI, na perspectiva do próprio paciente, familiares e profissionais de saúde. MÉTODO: Estudo de corte transversal realizado entre junho e novembro de 2004, na UTI geral de hospital privado. A amostra foi composta por três grupos: pacientes (G1, familiares (G2 e um membro da equipe da UTI responsável pelo atendimento do paciente incluído (G3. Para identificação e estratificação dos fatores estressantes, utilizou-se a Escala de Estressores em UTI (Intensive Care Unit Environmental Stressor Scale - ICUESS. Para cada paciente e participante, foi calculado um escore total de estresse (ETE pela soma de todas as respostas da escala. RESULTADOS: Foram incluídos 30 pacientes e participantes em cada grupo. A média de idade foi de: 57,30 ± 17,61 anos para o G1; 41,43 ± 12,19 anos para o G2; e 40,82 ± 20,20 anos para o G3. A média do ETS foi: 62,63 ± 14,01 para os pacientes; 91,10 ± 30,91 para os familiares; e 99,30 ± 21,60 para os profissionais. A média do ETS dos pacientes foi estatisticamente inferior à encontrada nos familiares e nos profissionais de saúde (p BACKGROUND AND OBJECTIVES: The hospital environment, especially in Intensive Care Units (ICU, due to the complexity of the assistance, as well as the physical structure, the noise, the equipments and people's movement, is considered as stress generator for the patients. The aim of this study was to identify and stratify the stressful factors for patients at an ICU, in the perspective of the own patient, relatives and health care professionals. METHODS: A cross-sectional study was carried

  12. Qualidade da água utilizada para equipamentos de hemodiálise em Unidade de Terapia Intensiva / Water quality of hemodialysis systems at Intensive Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Aparecida Galerani Mossini

    2014-08-01

    Full Text Available Existem critérios e regulamentos para a avaliação da qualidade da água em serviços de unidade de terapia ambulatorial e recomendações específicas para os procedimentos realizados em unidades de terapia intensiva (UTI. Um estudo exploratório foi conduzido em equipamentos de hemodiálise em UTI, em uma cidade do Sul do Brasil. Amostras de água foram coletadas da rede de abastecimento público e pós-osmose reversa associa-da a dois aparelhos de hemodiálise, entre janeiro e junho de 2011. Espectrometria de emissão óptica com fonte de plasma indutivamente acoplado (ICP OES foi utilizada para análise de metais em níveis de traços. Análises bacteriológicas foram realizadas para pesquisa de bactérias heterotróficas. Os dados obtidos mostraram que as concentrações dos metais não excederam os limites estabelecidos pela legislação. A análise bacterioló-gica da água para hemodiálise resultou em contagem inferior a 200 UFC/mL, em todos os meses avaliados, com exceção do mês de fevereiro. Os resultados obtidos corroboram o fato de que a manutenção e os cuidados necessários com a água para o tratamento dialítico têm sido efetivos. A prevenção de complicações decorrentes de contaminantes químicos ou microbiológicos na água para hemodiálise em UTI requer uma atenção cons-tante, uma vez que as condições dos pacientes são diferentes daquelas encontradas em atendimento ambulatorial. --------------------------------------------------------------------- There are rules and regulations for assessment of water quality services in ambulatory care unit and specific recommendations for the procedures performed in intensive care units (ICU services. An exploratory study was conducted at hemodialysis equipment in ICU in a Southern Brazil city. Water samples were directly collected from the network public supply and from post-reverse osmosis associated with hemodialysis equipaments, monthly from January to June 2011. Mass

  13. Caracterização dos pacientes em uso de drogas vasoativas internados em unidade de terapia intensiva Patients’ characterization in use of vasoactive drugs hospitalized in intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Mesquita Melo

    2016-07-01

    Full Text Available Objetivo: Caracterizar o paciente internado em unidade de terapia intensiva (UTI em uso de drogas vasoativas (DVA. Métodos: Estudo descritivo, retrospectivo, abordagem quantitativa, com 85 pacientes internados na UTI de um hospital municipal, em Fortaleza-Ceará. Coleta dos dados realizada em março e abril de 2011, pela consulta ao relatório de enfermagem. Resultados: 55,3% eram do sexo feminino, com média de idade de 70 anos. O diagnóstico mais comum foi o acidente vascular encefálico (29,4%, seguido das pneumopatias (23,5%; 89,4% necessitaram de suporte ventilatório invasivo, 98,9% usaram sonda nasogástrica e 92,9% sonda vesical de demora; 92,9 % utilizaram acesso venoso central e 90,6% fizeram uso de antibióticos. Quanto aos níveis pressóricos, apenas 4,9% apresentaram normalidade; a noradrenalina foi a DVA mais utilizada (67,1% seguida da dopamina (35,3%; 64,7% evoluíram para óbito. Conclusão: O paciente grave apresenta especificidades que exigem conhecimento da equipe de enfermagem para uma assistência de qualidade.

  14. Prevalência e significância clínica de interações fármaco-nutrição enteral em Unidades de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Max Moreira Reis

    2014-01-01

    Full Text Available Estudo multicêntrico, transversal e retrospectivo, que objetivou determinar a prevalência de interações fármaco-nutrição enteral (NE em Unidades de Terapia Intensiva (UTI de sete hospitais de ensino do Brasil, e analisar a significância clínica das mesmas. Foram coletadas informações sobre medicamentos e NE administrados com 24 horas e 120 horas de internação. Para identificação das interações fármaco-NE empregou-se o software Drug Reax®. Foram investigados 1.124 prontuários. Destes, 320 pacientes, com 24 horas de internação, estavam em uso de NE, sendo que 20 (6,3% apresentaram interação fármaco-NE. Dos 504 pacientes, com 120 horas de internação, 39 (7,7% apresentaram interação fármaco-NE. As potenciais interações fármaco-NE mais frequentes foram: fenitoína-NE, levotiroxina-NE e varfarina-NE. As interações fármaco-NE podem interferir na qualidade e no custo da assistência prestada em UTI e, desta forma, é essencial que a equipe de saúde tenha conhecimento sobre as mesmas.

  15. A distanásia como geradora de dilemas éticos nas Unidades de Terapia Intensiva: considerações sobre a participação dos enfermeiros La distanasia como generadora de dilemas éticos en las Unidades deTerapia Intensiva: algunos aspectos a cerca de lo envolvimiento de los enfermeros Disthanasia as an ethical dilemma at the Intensive Care Units: considerations about nurses involvement

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecilia Toffoletto

    2005-09-01

    Full Text Available A distanásia apresenta-se como uma das fontes geradoras de dilemas éticos nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI. Discute-se o contexto que favorece a prática da distanásia nesse ambiente, com ênfase na utilização excessiva do suporte tecnológico. Tecemos comentários sobre a participação dos familiares e profissionais envolvidos, principalmente médicos e enfermeiros, considerando-se o papel sócio-profissional atribuído a cada um. Pretende-se com as considerações apresentadas, fornecer subsídios para a reflexão do tema, com vistas a uma participação mais ativa dos enfermeiros de UTI nos dilemas éticos relacionados à distanásia.La distanasia se presenta como una de las fuentes generadoras de los dilemas éticos en las Unidades de Terapia Intensiva (UTI Discute el contexto que favorece la práctica de la distanasia en este ambiente, con énfasis en la utilización excesiva del arsenal tecnologico. Además de los comentarios sobre la posición de los familiares y de los profesionales involucrados, principalmente los médicos y enfermeros, se consideró el papel socio-profesional que se atribuye a cada uno. Para finalizar, los profesionales del area son estimulados a refletir sobre el tema y los enfermeros a participar de manera más activa en las discusiones de los dilemas éticos relacionados a la distanasia.Disthanasia is conceptualized and presented as an ethical dilemma in Intensive Care Units (ICU. The context favoring the disthanasia practice on this environment focusing the excessive use of technological devices will be discussed. The study will approach the family, physician and nurse’s participation in the situations, considering the social and professional role of each one. This study aims to provide support for healthcare professionals to reflect on this subject, aiming the nurse’s more effective participation on ethical dilemmas related to disthanasia.

  16. NGAL urinária em pacientes sem e com lesão renal aguda em unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirian Watanabe

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a eficácia diagnóstica e prognóstica da lipocalina associada à gelatinase neutrofílica urinária em pacientes de unidade de terapia intensiva. Métodos: Estudo do tipo coorte, prospectivo, longitudinal desenvolvido em uma unidade de terapia intensiva clínica especializada em cardiologia. Os pacientes foram estratificados segundo os grupos sem e com lesão renal aguda, acompanhados a partir das primeiras 24 horas de internação até a alta hospitalar ou óbito. A creatinina sérica, o fluxo urinário e a lipocalina associada à gelatinase neutrofílica urinária foram coletadas em dois períodos: 24 horas e 48 horas de admissão. Resultados: Foram avaliados 83 pacientes clínicos da unidade de terapia intensiva, com predomínio do gênero masculino (57,8%. Os pacientes foram agrupados em sem lesão renal aguda (N=18, com lesão renal aguda (N=28 ou com lesão renal aguda grave (N=37. Entre os pacientes com lesão renal aguda e lesão renal aguda grave, foram prevalentes os portadores de doenças crônicas, em uso de ventilação mecânica e em terapia de substituição renal, além daqueles com maiores taxas de permanência na unidade de terapia intensiva e hospitalar, e maior mortalidade. O grupo com lesão renal aguda não apresentou alteração significativa da creatinina sérica nas primeiras 24 horas na unidade de terapia intensiva, apesar dos níveis elevados de lipocalina associada à gelatinase neutrofilica urinária demonstrados nos grupos com lesão renal aguda e lesão renal aguda grave (p<0,001. Níveis elevados de lipocalina associada à gelatinase neutrofílica urinária na amostra foram associados ao óbito. Conclusão: A elevação nos níveis de lipocalina associada à gelatinase neutrofílica urinária antecede as variações da creatinina sérica em pacientes com lesão renal aguda e pode ser associada ao óbito.

  17. Sistematização da Assistência de Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva Sistematización de la Asistencia de Enfermería en Unidad de Terapía Intensiva Systematization of Nursing Assistance in Critical Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Christel Truppel

    2009-04-01

    Full Text Available Trata-se de uma pesquisa metodológica, cujo objetivo foi reestruturar a Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI. Realizaram-se neste estudo as seguintes etapas: descrição da prática de enfermagem; transcrição dos diagnósticos; construção do protocolo de diagnósticos baseado na classificação internacional para a prática de enfermagem (CIPE; determinação das prescrições e construção de normas, rotinas e procedimentos. Caracterizou-se a prática da enfermagem em UTI e a complexidade do cuidado ao paciente crítico. Assim, compreende-se a SAE como um instrumento valioso de valorização da prática da Enfermagem.Tratase de una investigación metodologica, cuyo objetivo ha sido reestructurar la sistematización de assistência de enfermería en una unidad de terapia intensiva. Las siguientes etapas fueron realizadas en este estudio: descripción del los diagnósticos de enfermería, construcción del protocolo basado en la Clasificación Internacional para la Práctica de Enfermería (CIPE, determinación de prescripciones y construcción de reglas, rutinas e procedimientos. La práctica de enfermería y la complejidad de la asistencia a pacientes críticos en UTI fueron caracterizadas. Así, la sistematización de la asistencia de enfermería es comprendida cómo un instrumento de valoración de la práctica de enfermeria.This is a methodological research, which aimed at organizing the systematization of nursing assistance in a critical care unit. The following steps were carried out: description of the nursing practice; transcription of nursing diagnoses; elaboration of a protocol for nursing diagnosis based in International Classification for Nursing Practice (ICNP; determination of nursing prescriptions and the elaboration of guidelines for care and procedures. The nursing practice and care complexity in ICU were characterized. Thus, systematization of nursing assistance is

  18. Elaboração e implantação do mapa de riscos ambientais para prevenção de acidentes do trabalho em uma unidade de terapia intensiva de um hospital universitário Implementación del mapa de riesgos ambientales para prevención de accidentes de trabajo en una unidad de terapia intensiva de un hospital universitario Elaboration and implementation of environmental risk map for prevention of work related accidents in an intensive care unit of a university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília Cardoso Benatti

    2000-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é trazer para o âmbito da saúde do trabalhador questionamentos relativos aos riscos ambientais a que estão expostos os trabalhadores de uma Unidade de Terapia Intensiva de um Hospital Universitário. Para tanto, elaborou-se um instrumento em que os trabalhadores envolvidos descreviam os riscos ambientais da Unidade de Terapia Intensiva. Como resultado comprovou-se no ambiente a existência de riscos biológicos, físicos, químicos, ergonômicos e riscos de acidentes do trabalho. Implantou-se a seguir o mapa de risco da UTI.El objetivo de este trabajo es traer para el ámbito de la salud del trabajador cuestionamientos relativos a los riesgos ambientales a que están expuestos los trabajadores de la Unidad de Terapia Intensiva. Para esto, se elaboró un instrumento, en el que dichos trabajadores describen los riesgos ambientales de su Unidad. Como resultado se comprobó en el ambiente la existencia de riesgos biológicos, físicos, químicos, ergonómicos y riesgo de accidentes de trabajo.This study has the objective to discuss some questions related to occupational risks that health professionals are exposed to in the Intensive Care Unit environment. A questionnaire was used, asking the health care workers to describe the occupational risks they know about. As a result, the participants indicated risks related to biological, physical, chemical, ergonomic and occupational risks.

  19. Diabetes mellitus e intolerância à glicose são subdiagnosticados nas unidades de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Teixeira Ladeira

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a presença de diabetes mellitus e a intolerância à glicose em pacientes internados em unidades de terapia intensiva. MÉTODOS: Foram incluídos pacientes clínicos, em pós-operatório de cirurgias eletivas e de urgência, e excluídos aqueles com história de diabetes mellitus. Para o diagnóstico de alterações prévias da glicemia, utilizou-se a dosagem da hemoglobina glicada (HbA1c na admissão do paciente, sendo classificado em normal (6,4%. Durante os 3 primeiros dias da internação, foram avaliados o controle glicêmico e as complicações clínicas. A evolução para óbito foi acompanhada por 28 dias. Para as análises estatísticas, utilizaram-se testes do qui-quadrado, ANOVA, teste t de Student, Kruskall-Wallis ou Mann Whitney. RESULTADOS: Foram incluídos 30 pacientes, 53% do gênero feminino, idade de 53,4±19,7 anos e APACHE II de 13,6±6,6. A maioria dos pacientes foi admitida por sepse grave ou choque séptico, seguido por pós-operatório de cirurgias eletivas, oncológicas, politraumatismo e cirurgia de urgência. Ao classificar esses pacientes segundo a HbA1c, apesar da ausência prévia de história de diabetes mellitus, apenas 13,3% tinham HbA1c normal, 23,3% tinham níveis compatíveis com o diagnóstico de diabetes mellitus e 63,3% eram compatíveis com intolerância à glicose. Houve associação significativa entre o diagnóstico de diabetes mellitus ou intolerância a glicose e o uso de droga vasoativa (p=0,04. CONCLUSÃO: Foi encontrada alta prevalência de diabetes mellitus e intolerância à glicose, sem diagnóstico prévio, em pacientes internados em uma unidade de terapia intensiva geral.

  20. Potential drug interactions in intensive care patients at a teaching hospital Interacciones medicamentosas potenciales en pacientes de una unidad de terapia intensiva de un hospital universitario Interações medicamentosas potenciais em pacientes de unidade de terapia intensiva de um hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rhanna Emanuela Fontenele Lima

    2009-04-01

    Full Text Available This study assessed potential drugs interactions in intensive care patients at a university hospital in Ceará, northeast Brazil. Of 102 patients studied, 72.5% were exposed to 311 potential drug-drug interactions; 64% of them were females aged 60 years or more and hospital stay was at least 9 days. A statistically significant association was found between number of drugs used and the occurrence of drug interactions. A total of 1,140 drugs were scheduled to be administered concomitantly; of these, 74% had potential for drug interactions. As for the classification of these events, 48.2% had a pharmacokinetic profile; 55.4% were of slow onset; 54.7% had moderate severity; and 60.6% were well-documented in the literature. The most common clinical action taken was "to monitor signs and symptoms". Nursing staff can perform 80% of preventive actions to avoid undesirable effects of drug interactions. However, nurses need to have adequate knowledge about drug action mechanisms and triggering factors associated to drug interactions.Este estudio investigó interacciones medicamentosas (IM potenciales en una Unidad de Terapia Intensiva (UTI en un hospital universitario del Ceará. De los 102 pacientes del estudio, 72,5% presentaron 311 potenciales IMs. De estos, 64% eran del sexo femenino, con edad mayor o igual a 60 años y tiempo de internación mayor o igual a nueve días. Hubo una asociación estadísticamente significativa entre el número de medicamentos y la ocurrencia de IM; 1.140 medicamentos fueron administrados durante el mismo horario, entre estos, 74% presentaron potencial para IM. En lo que se refiere a la clasificación de las IMs, 48,2% presentaron un perfil fármaco cinético, 55,4% inicio demorado, 54,7% moderada gravedad y 60,6% bien documentadas en la literatura. El manejo clínico más frecuente fue "observar señales y síntomas". Ochenta por ciento de las intervenciones para evitar los efectos indeseables de las IMs pueden ser

  1. Family members' needs at intensive care units: comparative analysis between a public and a private hospital Necesidades de los familiares de pacientes en unidades de terapia intensiva: análisis comparativo entre hospital público y privado Necessidades de familiares de pacientes em unidades de terapia intensiva: análise comparativa entre hospital público e privado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Santana Freitas

    2007-02-01

    Full Text Available This cross-sectional study proposed to analyze the needs of adult ICU patients' family members at a public and a private hospital, regarding their level of importance and satisfaction. Ninety-one family members were interviewed, 47 from the public hospital and 44 from the private one, using the Brazilian adaptation of the Critical Care Family Need Inventory (INEFTI. There was no significant difference between the groups in the total score of importance attributed to the needs (p=0.410. The satisfaction score was higher in the private hospital than in the public one (p=0.002. Multiple linear regression analysis allowed us to establish a hierarchy of importance and satisfaction of the family members' needs in each group. The differences observed between the groups suggest that the fulfillment of their needs requires interventions directed at the specificity of each type of hospital.Se trata de un estudio transversal, con objeto de analizar y comparar las necesidades de los familiares de pacientes adultos internados en UTIs de un hospital público y un privado, respecto al grado de importancia y satisfacción. Se les entrevistaron a 91 familiares, 47 de la institución pública y 44 de la privada, utilizándose el Inventario de Necesidades y Estresores de Familiares en Terapia Intensiva (INEFTI. No hubo diferencia significativa entre los grupos en la puntuación total de importancia atribuida a las necesidades (p=0,410. El grado de satisfacción fue mayor en el hospital privado con relación al público (p=0,002. El análisis de regresión linear múltipla permitió establecer una jerarquía de importancia y de satisfacción de las necesidades de los familiares de cada grupo. Las diferencias observadas entre los grupos sugieren que el atendimiento de sus necesidades requiere intervenciones direccionadas a la especificidad de cada tipo de institución.Trata-se de estudo transversal que teve como proposta analisar comparativamente as necessidades de

  2. Qualidade dos cuidados de enfermagem em terapia intensiva: avaliação por meio de auditoria operacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Fátima Padilha

    2011-08-01

    Full Text Available Este estudo objetivou avaliar a qualidade do cuidado de enfermagem de uma Unidade de Terapia Intensiva para Adultos. Os dados de cinquenta clientes com mais de três dias de internação foram coletados por meio da observação, do exame físico e da análise do prontuário do paciente, utilizando-se um Roteiro de Auditoria Operacional. Os cuidados considerados de qualidade foram os que obtiveram percentual de respostas positivas ≥ 70%, como aqueles relacionados à Segurança Física (71% e Utilização de Equipamentos (72%. A Atividade Física (28% e Oxigenação/Ventilação (29% foram os cuidados com percentuais mais baixos de respostas positivas. Conclui-se que há urgência em se executar ações de educação continuada no serviço investigado, porque a maioria dos itens e subitens de cuidados não foi considerada de qualidade.

  3. Ser pai de recém-nascido prematuro na unidade de terapia intensiva neonatal: da parentalidade a paternidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachel Leite de Souza Ferreira Soares

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoObjetivo:Compreender os significados atribuídos pelo pai ao ter um filho prematuro internado na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal.Métodos:Estudo qualitativo com abordagem etnográfica realizado em uma unidade neonatal no Rio de Janeiro. Foram entrevistados 22 homens pais que tinham o filho prematuro internado. Os dados foram coletados por meio de diário de campo, observação participante e entrevista semiestruturada.Resultados:O pai desempenha papel fundamental durante o processo reprodutivo. Coloca-se como protetor da mulher na gestação e puerpério e vivencia intensa realização ao nascimento, mesmo que prematuramente. Entretanto, ter um filho prematuro internado seja uma experiência inesperada e difícil.Conclusão:Os pais demonstraram viver a transição social e cultural da paternidade, com superação ainda tímida do modelo hegemônico. Ao mesmo tempo, entendem seu papel fundamental de provisão financeira e demonstram desejo em cuidar do seu filho. Os profissionais de saúde devem proporcionar essa aproximação para fortalecimento da paternidade.

  4. Ser pai de recém-nascido prematuro na unidade de terapia intensiva neonatal: da parentalidade a paternidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachel Leite de Souza Ferreira Soares

    Full Text Available ResumoObjetivo:Compreender os significados atribuídos pelo pai ao ter um filho prematuro internado na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal.Métodos:Estudo qualitativo com abordagem etnográfica realizado em uma unidade neonatal no Rio de Janeiro. Foram entrevistados 22 homens pais que tinham o filho prematuro internado. Os dados foram coletados por meio de diário de campo, observação participante e entrevista semiestruturada.Resultados:O pai desempenha papel fundamental durante o processo reprodutivo. Coloca-se como protetor da mulher na gestação e puerpério e vivencia intensa realização ao nascimento, mesmo que prematuramente. Entretanto, ter um filho prematuro internado seja uma experiência inesperada e difícil.Conclusão:Os pais demonstraram viver a transição social e cultural da paternidade, com superação ainda tímida do modelo hegemônico. Ao mesmo tempo, entendem seu papel fundamental de provisão financeira e demonstram desejo em cuidar do seu filho. Os profissionais de saúde devem proporcionar essa aproximação para fortalecimento da paternidade.

  5. PRODUÇÃO DE SUBJETIVIDADES NO TRABALHO EM UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA PEDIÁTRICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tereza Cristina Peixoto

    2017-08-01

    Full Text Available Resumo Objetivou-se analisar a micropolítica das relações interprofissionais em uma unidade de terapia intensiva pediátrica. Trata-se de um estudo com abordagem qualitativa, de cunho cartográfico, com observações da dinâmica das relações entre os sujeitos, entrevistas com 14 profissionais, no período de junho a agosto de 2014. As relações interprofissionais são constituídas em um território híbrido formado pela interseção dos saberes biomédicos, práticas de trabalho intervencionistas com aparelhos tecnológicos, reguladas por normas, protocolos e pelo lidar com crianças e seus pais. O afeto despertado nos profissionais frente à espontaneidade e sofrimento de crianças desestabiliza o plano normativo e científico do trabalho em prol da estabilização orgânica das crianças, desencadeando novos agenciamentos dos profissionais, ora flexibilizando as normas, ora intensificando comportamentos controladores e perfeccionistas. Aponta-se a importância da potencialização dos agenciamentos inventivos dos profissionais e criação de dispositivos para ações coletivas e saberes que promovam a associação da clínica da vida junto à da sobrevida.

  6. A integralidade do cuidado e ação comunicativa na prática interprofissional da terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Moreira Pirolo

    2011-12-01

    Full Text Available A atuação interprofissional em saúde tem se constituído de um elemento importante para a produção das ações de saúde na perspectiva de cuidado integral. Este estudo analisou a atuação interprofissional na terapia intensiva segundo Habermas. Insere-se na abordagem qualitativa, elegendo o estudo de caso como modalidade de investigação. A captação do material empírico consistiu-se de observação do cenário e entrevistas semiestruturadas junto aos trabalhadores de saúde. Para análise das informações utilizou-se a técnica de interpretação de sentidos. A análise nos permitiu identificar dois eixos temáticos: o cuidado individual instrumental frente às instabilidades clínicas e o cuidado coletivo fragmentado por funções. Tal resultado fragiliza a interação entre trabalhador/trabalhador e trabalhador/paciente e compromete a articulação das ações de saúde. Por não favorecer espaços de encontros à ação comunicativa, esta fica frágil e a ação estratégica/instrumental se evidencia.

  7. Os significados do trabalho em unidades de terapia intensiva de dois hospitais brasileiros The meanings of working in intensive care unities of two Brazilian hospitals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Davi Baasch

    2011-01-01

    Full Text Available Profissionais de saúde que trabalham em unidades de terapia intensiva (UTI vivenciam situações complexas, em que há sofrimento decorrente do sofrimento alheio, além de outros fatores. Este artigo propôs-se a verificar os significados e a satisfação advinda do trabalho de 80 funcionários de UTI de um hospital público catarinense e de um privado fluminense. Para a coleta de dados, utilizaram-se questionários e entrevistas. Para a análise, estatística descritiva. Pode-se ressaltar que os significados do trabalho nas UTI pesquisadas orbitam em torno da noção de contribuição social e também no âmbito da responsabilidade e/ou troca. As relações sociais no trabalho se mostraram como uma dimensão central para a maioria dos pesquisados. A maior parte deles considera o trabalho não como algo negativo, mas como um dos itens mais importantes de suas vidas, ultrapassando até mesmo a ideia de remuneração dele advinda. Pôde-se observar que a compreensão dos significados atribuídos ao trabalho é uma variável essencial para se alcançar o equilíbrio emocional dos trabalhadores nos nosocômios, bem como para se entender as causas condicionantes de eventuais rompimentos deste equilíbrio, fator crucial para a promoção da saúde mental e qualidade de vida no trabalho.Health workers working in Intensive Care Unities experience complex situations where there is suffering due to patients suffering, among other factors. This article aimed to verify the meanings and the satisfaction arising from the work of 80 ICU employees at a public hospital from Santa Catarina and a private one from Rio de Janeiro. For data collection, questionnaires and interviews were used and the analysis was made by descriptive statistics. It is noteworthy that the meanings of working at the ICUs researched varied around the notion of social contribution and responsibility and/or exchange. Social relations at work were shown as a central dimension for most of

  8. Rinossinusite nosocomial em unidade de terapia intensiva: estudo microbiológico Nosocomial sinusitis in an intensive care unit: a microbiological study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Lopes Balsalobre Filho

    2011-02-01

    Full Text Available Rinossinusite Nosocomial é uma complicação frequente de pacientes tratados em UTI. É importante o diagnóstico e tratamento precoce para prevenir complicações graves como pneumonia, sepse, meningite e abscesso intracraniano. OBJETIVO: Identificar os agentes causadores de sinusite em UTI através do swab nasal e da punção de seio maxilar, correlacionando seus resultados. MÉTODO: Pacientes atendidos nas unidades de terapia intensiva com diagnóstico tomográfico de sinusopatia maxilar uni ou bilateral foram submetidos ao swab nasal e punção do seio acometido com material enviado para cultura e antibiograma. RESULTADOS: O presente estudo avaliou 22 pacientes. Houve concordância entre o agente microbiano isolado no swab e na punção em 14 dos 22 casos (63%. A flora aeróbia gram negativa foi a mais encontrada com predomínio da Pseudomonas aeruginosa (29% nas punções, seguido de Proteus mirabillis (26% e Acinetobacter baumanni (14%. Houve alto índice de resistência aos antibióticos usados. CONCLUSÃO: A punção direta do seio maxilar acometido em pacientes em UTI com sinusite parece ser o melhor método para identificar os agentes bacterianos e, através do seu antibiograma, direcionar a conduta terapêutica antimicrobiana. O swab mostrou ter pouco valor diagnóstico, com concordância de 63%, podendo ser reservado para casos onde a punção está contraindicada.Nosocomial sinusitis is a common complication of patients in ICUs. Its diagnosis is important, and early treatment is required to avoid serious complications such as pneumonia, sepsis, meningitis, and intracranial abscesses. AIM: To identify the germs causing sinusitis in ICUs by nasal swabs and maxillary sinus puncture, and to correlate these results. METHODS: ICU patients with a diagnosis (CT confirmed of maxillary sinusitis underwent nasal swab and puncture of the sinus to collect material for culture and antibiogram. RESULTS: This study evaluated 22 patients. The

  9. Delirium em pacientes na unidade de terapia intensiva submetidos à ventilação não invasiva: um inquérito multinacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilian Maria Sobreira Tanaka

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Objetivos: Conduzir um inquérito multinacional com profissionais de unidades de terapia intensiva para determinar as práticas relacionadas à avaliação e ao manejo do delirium, bem como as percepções e as atitudes relacionadas à avaliação e ao impacto do delirium em pacientes submetidos à ventilação não invasiva. Métodos: Foi elaborado um questionário eletrônico para avaliar o perfil dos respondedores e das unidades de terapia intensiva a eles relacionadas; a realização de avaliação sistemática e a forma de manejo do delirium; e as percepções e condutas dos profissionais com relação à presença de delirium em pacientes submetidos à ventilação não invasiva. O questionário foi distribuído por meio da mala direta de correio eletrônico da rede de cooperação em pesquisa clínica da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB-Net e para pesquisadores em diferentes centros da América Latina e Europa. Resultados: Foram analisados 436 questionários que, em sua maioria, eram provenientes do Brasil (61,9%, seguidos por Turquia (8,7% e Itália (4,8%. Aproximadamente 61% dos respondedores relataram não proceder à avaliação de delirium na unidade de terapia intensiva, enquanto 31% a realizavam em pacientes submetidos à ventilação não invasiva. Confusion Assessment Method for the Intensive Care Unit foi a ferramenta diagnóstica validada mais frequentemente citada (66,9%. Com relação à indicação de ventilação não invasiva para pacientes em delirium, 16,3% dos respondedores nunca permitiam o uso de ventilação não invasiva neste contexto clínico. Conclusão: Este inquérito fornece dados que enfatizam a escassez de esforços direcionados à avaliação e ao manejo do delirium no ambiente da terapia intensiva, em especial nos pacientes submetidos à ventilação não invasiva.

  10. As cores no ambiente de terapia intensiva: percepções de pacientes e profissionais Los colores en el ambiente de cuidados intensivos: percepciones de pacientes y profesionales Colors in the intensive therapy environment: perceptions of patients and professionals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nélio Barbosa Boccanera

    2006-09-01

    Full Text Available A utilização das cores no ambiente da Unidade de Terapia Intensiva - UTI pode interferir no bem-estar dos profissionais e clientes. Este estudo teve como objetivo analisar percepções de profissionais e pacientes quanto às cores utilizadas no ambiente de terapia intensiva, identificando aquelas consideradas agradáveis e desagradáveis. Trata-se de pesquisa descritivo-exploratória, com enfoque quanti-qualitativo. A amostra foi constituída de clientes internados e profissionais que trabalham em três UTIs de hospitais públicos localizados em Goiânia. As cores consideradas mais agradáveis para serem utilizadas em UTI foram o azul-claro e o verde-claro. Além dessas, apontaram o amarelo-claro, palha, cinza, rosa e goiaba. O vermelho e o preto foram consideradas as cores mais desagradáveis para um ambiente de UTI. Os profis-sionais e clientes referem preferência por cores variadas, as quais podem ser utilizadas no sentido de melhorar o clima da UTI.La utilización de los colores en el ambiente de la Unidad de Cuidados Intensivos - UCI puede interferir en el bienestar de los profesionales y clientes. En este estudio se tuvo como objetivo analizar las percepciones de profesionales y pacientes en cuanto a los colores utilizados en el ambiente de cuidados intensivos, identificando aquellas consideradas agradables y desagradables. Se trata de una investigación descriptivo-exploratoria, con enfoque cuanti-cualitativa. La muestra estuvo constituida de clientes internados y de profesionales que trabajan en tres UCIs de hospitales públicos localizados en Goiânia. Los colores considerados más agradables para ser utilizadas en UCI fueron el celeste y el verde claro. Además de ellos, señalaron el amarillo, paja, gris, rosado y guayaba. El rojo y el negro fueron considerados los colores más desagradables para un ambiente de UCI. Los profesionales y clientes refirieron preferencia por colores variados, los cuales pueden ser utilizados en el

  11. Nurses' work in intensive care units: feelings of suffering El trabajo del enfermero en una unidad de terapia intensiva: sentimientos de sufrimiento O trabalho do enfermeiro em unidade de terapia intensiva: sentimentos de sofrimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlia Trevisan Martins

    2009-02-01

    Full Text Available The purpose of this study was to investigate the feelings of suffering that Intensive Care Unit (ICU nurses experience, and the strategies they use to face these feelings. It is a descriptive study using a qualitative approach and based on content analysis. The study used previous studies on Work Psychodynamics as complementary groundwork. Data collection occurred by means of semi-structured interviews, which were transcribed, categorized, and subcategorized. Results showed that suffering is related to: taking care of a young patient in critical condition, taking problems home, the patient's family, the team's work, and technology at work. As for the defense strategies used, emphasis is given to the search for strength in religion, promoting inter-relationships among team members, engaging in physical activity, and withdrawing from the patient.El presente estudio tuvo como objetivo investigar los sentimientos de sufrimiento en el trabajo de enfermeros de una Unidad de Terapia Intensiva y las estrategias usadas para enfrentar esos sentimientos. Consiste en un estudio descriptivo, con abordaje cualitativo, teniendo como eje conductor el análisis de contenido y, como soporte complementar, los estudios de la Psicodinámica del Trabajo. Los datos fueron recolectados por medio de entrevistas semiestructuradas, transcritas, clasificados en categorías y subcategorías. Los resultados demostraron que las vivencias del sufrimiento están relacionadas con: el cuidar del paciente crítico joven, llevar los problemas para casa, la familia del paciente, el trabajo en equipo, la falta de reconocimiento del trabajo realizado y la tecnología en el trabajo. Con relación a las estrategias defensivas utilizadas, se destaca la búsqueda de fuerzas en la religión, la promoción de relaciones entre los miembros del equipo, la realización de actividades físicas, y el alejarse del paciente.O presente estudo objetivou investigar os sentimentos de sofrimento no

  12. Bacterial Resistance and Mortality in an Intensive Care Unit Resistencia bacteriana y mortalidad en un Centro de Terapia Intensiva Resistência bacteriana e mortalidade em um centro de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Cristina de Oliveira

    2010-12-01

    Full Text Available The goal was to identify risk factors for healthcare-associated infections by resistant microorganisms and patient mortality in an Intensive Care Unit. A prospective and descriptive epidemiological research was conducted from 2005 till 2008, involving 2300 patients. Descriptive statistics, bivariate and multivariate logistic regression analysis were used. In bivariate analysis, infection caused by resistant microorganism was significantly associated to patients with community-acquired infection (p=0.03; OR=1.79 and colonization by resistant microorganism (pSe objetivó identificar factores de riesgo para el desarrollo de infecciones relacionadas al cuidar en salud, por microorganismos resistentes, y también investigar su relación con la mortalidad de los pacientes en un centro de terapia intensiva. Se trata de un estudio epidemiológico prospectivo realizado entre 2005 y 2008, envolviendo 2.300 pacientes. Se utilizó la estadística descriptiva y el análisis de regresión logístico bivariado y multivariado. En el análisis bivariado, la infección por microorganismos resistentes estuvo significativamente asociada a pacientes con infección comunitaria (p=0,03; OR=1,79 y a la colonización por microorganismo resistente (pObjetivou-se identificar fatores de risco para o desenvolvimento de infecções, relacionadas ao cuidar em saúde, por microrganismos resistentes e a mortalidade dos pacientes em um centro de terapia intensiva. Trata-se de estudo epidemiológico prospectivo, realizado entre 2005 e 2008, envolvendo 2.300 pacientes. Utilizou-se estatística descritiva, análise de regressão logística bivariada e multivariada. Na análise bivariada, a infecção por microrganismo resistente esteve significativamente associada a pacientes com infecção comunitária (p=0,03; OR=1,79 e colonização por microrganismo resistente (p<0,01; OR=14,22. Na análise multivariada, severidade clínica C (p=0,03; OR=0,25 e colonização por microrganismo

  13. Spirituality in self-care for intensive care nursing professionals La espiritualidad en el cuidado de si para profesionales de enfermería en terapia intensiva A espiritualidade no cuidado de si para profissionais de enfermagem em terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Winterkorn Dezorzi

    2008-04-01

    Full Text Available This study aimed to understand how spirituality permeates the process of caring for oneself and for others in the intensive care scenario from nursing professionals' point of view. This study used the qualitative approach of Cabral's Creative-Sensitive Method to guide information production and analysis in nine art and experience workshops. Nine nursing caregivers from the Intensive Care Unit (ICU of a university hospital participated in the study. This article presents one of the topics that emerged during this process: spirituality in self-care, which is evidenced in the daily practices that take place through prayers, close contact with nature, as well as in the sense of connection with a Higher Power that provides peace, welfare, and greater strength to ICU caregivers' life and work. Self-knowledge emerged as an essential practice in caring for oneself, in order to deliver better care to others.Este estudio tuvo por objetivo comprender como la espiritualidad envuelve al proceso de cuidar de sí mismo y de otros, en el mundo de la terapia intensiva, bajo la perspectiva de los profesionales de enfermería. La investigación se caracterizó por un abordaje cualitativo del método creativo sensible de Cabral, que guió la producción y el análisis de las informaciones en nueve talleres de arte y experiencias. Participaron del estudio nueve cuidadoras de enfermería del Centro de Tratamiento Intensivo (CTI de un hospital universitario. Este artículo presenta uno de los temas que surgieron en la investigación: la espiritualidad en el cuidado de sí mismo, la que fue evidenciada en las prácticas cotidianas que acontecían por medio de la oración, del contacto íntimo con la naturaleza, así como en el sentimiento de conexión con una Fuerza Superior que propiciaba tranquilidad, bienestar y fortalecía la vida y el trabajo de las cuidadoras en el CTI. El auto conocimiento se reveló como una práctica esencial en el cuidado de sí mismo que

  14. CONDUTAS DE ENFERMEIROS NO TRATAMENTO DE FERIDAS NUMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Aparecida Nogueira Moreira

    2009-01-01

    Full Text Available Se trata de un estudio exploratorio, con datos recogidos entre los meses de enero y febrero del 2007, en una unidad de vigilancia intensiva de Fortaleza – CE. La finalidad del estudio fue verificar la conducta de enfermeros de un hospital público de Fortaleza-CE sobre el tratamiento de heridas. Los datos se recogieron a través del registro de un formulario estructurado. Todos los enfermeros afirmaron que realizaban el registro de los cuidados y adoptaban algún criterio de evaluación, específicos para las heridas. Sobre los criterios de evaluación se destacaron: la presencia de exudado (56,2%, la amplitud, profundidad y tipo de tejido, todos con 43,7% de las respuestas. Cerca de 93,7% de los investigados consideran importante el trabajo multidisciplinario en el tratamiento de heridas. Se verificó que los enfermeros conocen bien los métodos terapéuticos en el cuidado de heridas.

  15. Reflexões acerca da assistência de enfermagem e o discuso de humanização em terapia intensiva Reflexiones referentes a la ayuda de enfermería y el discurso de la humanización en terapia intensiva Reflections concerning the assistance of nursing and the speech of humanization in intensive therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Carlos Lyra da Silva

    2008-03-01

    Full Text Available Este estudo é uma reflexão que objetiva buscar como produção científica de enfermagem o cuidado que envolve o uso de tecnologias/máquinas em unidades de terapia intensiva, a par tir do entendimento acerca do cuidado, tecnologia e humanização, e as implicações para a prática de cuidar em unidades tecnológicas de clientes críticos. Traz reflexões acerca da temática "humanização em terapia intensiva", a par tir do aprofundamento das leituras e discussão dos dados, na construção de uma tese em curso na Escola Anna Nery, cujo objeto de investigação é "o significado do cuidado em unidades de terapia intensiva". Verificou-se que qualquer que seja a reflexão acerca das práticas de cuidar em terapia intensiva que desconsidere seus conceitos, o contexto e suas bases possibilitadoras poderá incorrer em equívocos comprometedores, capazes de se constituírem obstáculos epistemológicos.El estudio es una reflexión la cual objetiva buscar como producción científica de enfermeria el cuidado que implica el uso de tecnologias y de maquinas en unidades de la terapia intensiva, del referente cuidado, la tecnología y a la humanización, y sus implicaciones para el práctico de cuidar en unidades tecnológicas de clientes críticos. Está es una reflexión referente a "humanización en terapia intensiva", a par tir de las lecturas y discusión de los datos, en la construcción de una tesis de doutorado en curso en la Escuela de Enfermeria Ana Nery, cujo objeto de la investigación es el significado del cuidado en unidades del terapia intensiva. Fue verificado cuales sean las reflexiones referente a las prácticas de cuidar en la terapia intensiva que no considera sus conceptos, el contexto y sus bases, posiblemente, podrá incurrir en errores para comprometerse, capaz de constituir obstáculos epistemologicos.This study is a reflection that objective to search as scientific production of nursing the care that involves the use of

  16. Monitorização hemodinâmica em unidade de terapia intensiva: uma perspectiva do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Suparregui Dias

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: No Brasil, não há dados sobre as preferências do intensivista em relação aos métodos de monitorização hemodinâmica. Este estudo procurou identificar os métodos utilizados por intensivistas nacionais, as variáveis hemodinâmicas por eles consideradas importantes, as diferenças regionais, as razões para escolha de um determinado método, o emprego de protocolos e treinamento continuado. Métodos: Intensivistas nacionais foram convidados a responder um questionário em formato eletrônico durante três eventos de medicina intensiva e, posteriormente, por meio do portal da Associação de Medicina Intensiva Brasileira, entre março e outubro de 2009. Foram pesquisados dados demográficos e aspectos relacionados às preferências do entrevistado em relação à monitorização hemodinâmica. Resultados: Responderam ao questionário 211 profissionais. Nos hospitais privados, foi evidenciada maior disponibilidade de recursos de monitorização hemodinâmica do que nas instituições públicas. O cateter de artéria pulmonar foi considerado o mais fidedigno por 56,9%, seguido do ecocardiograma, com 22,3%. O débito cardíaco foi considerado a variável mais importante. Outras variáveis também julgadas relevantes foram débito cardíaco, saturação de oxigênio venoso misto/saturação de oxigênio venoso central, pressão de oclusão da artéria pulmonar e volume diastólico final do ventrículo direito. O ecocardiograma foi apontado como o método mais utilizado (64,5%, seguido pelo cateter de artéria pulmonar (49,3%. Apenas metade dos entrevistados utilizava protocolos de tratamento e 25% trabalhava com programas de educação continuada em monitorização hemodinâmica. Conclusão: A monitorização hemodinâmica é mais disponível nas unidades de terapia intensiva de instituições privadas do Brasil. O ecocardiograma foi apontado como método de monitorização mais utilizado, porém o cateter de artéria pulmonar

  17. A participação da família no cuidado às crianças internadas em unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Zuba Ramos

    2016-06-01

    Full Text Available Objetivo: Compreender a participação da família no cuidado à criança internada em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e Pediátrica (UTINP. Métodos: Pesquisa exploratória, descritiva, de natureza qualitativa. O estudo foi realizado em um hospital universitário do norte de Minas Gerais, Brasil, e teve como participantes oito pais de crianças internadas na UTINP. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas, os quais, posteriormente, foram submetidos à análise de conteúdo, originando duas categorias: vivenciando o cuidado com o filho na Unidade de Terapia Intensiva, e fatores dificultadores e facilitadores do cuidado. Resultados: Evidenciou-se que a família não está totalmente inserida no cuidado à criança hospitalizada. Isso acontece devido a sentimentos de medo e insegurança dos pais, restrição pela complexidade e tecnologia dos aparelhos utilizados na assistência, indisponibilidade de tempo dos familiares por precisarem realizar outras funções e por residirem em outros municípios. O apoio da equipe atuante no setor foi enfatizado pelos entrevistados como fator facilitador do cuidado. Conclusão: O estudo subsidia a reflexão sobre a importância da participação dos pais no cuidado à criança que requer terapia intensiva e destaca que o envolvimento da família é uma necessidade que precisa ser considerada pelos profissionais de saúde no processo de assistência integral ao cliente pediátrico.

  18. Possíveis fatores estressantes na unidade de terapia intensiva neonatal em hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kamila Reis Jordão

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Verificar possíveis fatores estressantes aos quais os recém-nascidos estão expostos na unidade de terapia intensiva neonatal. Métodos: Os níveis de ruídos contínuos foram verificados por meio do decibelímetro posicionado próximo ao ouvido do recém-nascido; a luminosidade foi verificada pelo luxímetro posicionado dentro das incubadoras diante dos olhos do recém-nascido; e a verificação da temperatura se deu por meio da visualização do display das incubadoras. As avaliações foram realizadas em três períodos do dia, tendo sido realizadas dez medições com intervalo de 1 minuto em cada turno para posteriores análises estatísticas. Resultados: Todos os turnos apresentaram ruídos acima dos níveis aceitáveis. Manhã (p < 0,001, tarde (p < 0,05 e noite (p < 0,001 apresentaram aumento significativo comparado ao controle. A luminosidade excedeu os padrões de normalidade significativamente (p < 0,01 no período da manhã. Quanto à temperatura, observamos que apenas uma das incubadoras encontrava-se dentro dos padrões de normalidade. Conclusão: A intensidade dos ruídos, da luminosidade e da temperatura não estavam de acordo com as normas regulatórias, podendo ser assim um possível fator estressante para o recém-nascido.

  19. Mulheres em idade fértil: causas de internação em Unidade de Terapia Intensiva e resultados

    OpenAIRE

    Cátia Millene Dell Agnolo; Angela Andréia França Gravena; Tiara Cristina Romeiro-Lopes; Sheila Cristina Rocha-Brischiliari; Maria Dalva de Barros Carvalho; Sandra Marisa Pelloso

    2014-01-01

    Introdução: Pacientes obstétricas representam uma fração significativa das admissões em unidades de cuidado intensivo e consistem em um desafio para a equipe. Objetivo: Analisar as principais causas de internação e morte materna de mulheres em idade fértil ocorridas em unidades de terapia intensiva de hospitais de um município do Noroeste do Paraná, Sul do Brasil. Métodos: Estudo exploratório, descritivo, retrospectivo, realizado com mulheres em idade fértil (10 a 49 anos) internadas em três ...

  20. Mulheres em idade fértil: causas de internação em Unidade de Terapia Intensiva e resultados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cátia Millene Dell Agnolo

    2014-08-01

    Full Text Available Introdução: Pacientes obstétricas representam uma fração significativa das admissões em unidades de cuidado intensivo e consistem em um desafio para a equipe. Objetivo: Analisar as principais causas de internação e morte materna de mulheres em idade fértil ocorridas em unidades de terapia intensiva de hospitais de um município do Noroeste do Paraná, Sul do Brasil. Métodos: Estudo exploratório, descritivo, retrospectivo, realizado com mulheres em idade fértil (10 a 49 anos internadas em três unidades de terapia intensiva existentes em um município do Noroeste do Paraná, por causas obstétricas e não obstétricas, no período de janeiro de 2005 a dezembro de 2009. Resultados: Foram encontradas 775 internações de mulheres em idade fértil, com uma média de idade de 33,7±10,3 anos, com duração média de internação de 5,0±8,4 dias. A maior parte das mulheres era do município estudado (67,2%, com baixa escolaridade (nível primário, 68,2%. Entre as causas obstétricas de internação, a pré-eclâmpsia grave e a eclâmpsia se constituíram na principal causa (71,3%; a pielonefrite se destacou sob outras condições no período gestacional (53%. Não foi encontrada associação estatística entre internações por causas obstétricas em unidade de terapia intensiva e óbito. Conclusão: As causas não obstétricas representaram a maioria das internações de mulheres em idade fértil nas unidades de terapia intensiva do município, no período estudado e, entre as causas obstétricas, a pré-eclâmpsia grave e eclampsia constituíram a principal causa.

  1. A VIVÊNCIA DO ESTRESSE PROFISSIONAL NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: VOZES DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE NO PARÁ.

    OpenAIRE

    Tyll, Milene de Andrade Gouvea

    2014-01-01

    O objetivo deste estudo foi compreender a vivência do estresse profissional nas Unidades de Terapia Intensiva de um Hospital de referência, para identificar os principais fatores que contribuem ao estresse ocupacional e identificar o impacto subjetivo das fontes de estresse sobre o profissional e seu trabalho. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, cujo referencial metodológico foi a Teoria Fundamentada em Dados, desenvolvida em um hospital de referência na cidade de Belém, Pará...

  2. Expenditure survey on continued veno-venous hemodialysis procedure in the intensive care unit Levantamiento del costo del procedimiento de hemodiálisis vena-venosa continua en unidades de terapia intensiva Levantamento do custo do procedimento de hemodiálise veno-venosa contínua em unidades de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia Maria dal Secco

    2007-12-01

    Full Text Available This study aimed to characterize patients submitted to dialytic treatment with CVVHD in ICUs; monitor procedure time duration; estimate nurses' labor wages and; estimate the direct procedures mean costs. The study was developed in a public teaching hospital located in São Paulo, Brazil. A total of 93 procedures performed in 50 patients composed the sample. The results showed the predominance of male patients (62%; mean age was 60.8 years old; ICU hospitalization time was 19.2 days; 86% of the patients died; 76% of the patients presented acute renal insufficiency and, mean procedure time per patient was 1.9. The mean procedure duration was 26.6 hours. The mean cost of nurses' wages were R$ 592.04 which represented 28.7% of the total cost. The mean total expenditure was R$ 2,065.36 ranging from R$ 733.65 to R$ 6,994.18.El objetivo de este estudio fue identificar características sócio-demográficas de los pacientes sometidos al tratamiento de Hemodiálisis Vena-Venosa Continua (CVVHD en Unidades de Terapia Intensiva (UTIs; identificar el tiempo de duración de los procedimientos; calcular el costo del tiempo de los enfermeros y evaluar el costo promedio directo de los procedimentos. El estudio fue realizado en un hospital escuela público en la ciudad de São Paulo. La muestra fue constituida por 93 procedimientos realizados en 50 pacientes. Los resultados mostraron la predominancia del sexo masculino (62%; la edad promedia fue de 60,8 años; el tiempo promedio de permanencia en la UTI fue de 19,2 días; el 86% evolucionó a óbito y el promedio del número de los procedimientos por paciente fue de 1,9 días. La insuficiencia renal aguda (IRA está presente en el 76% de los pacientes. La duración promedia fue de 26,6 horas. El costo del tiempo del enfermero fue en promedio R$ 592,04 y representó el 28,7% del costo total. El costo total promedio del procedimiento fue de R$ 2.065,36, con variación de R$ 733,65 a R$ 6.994,18.Os objetivos deste

  3. Enfermeiros de Unidade de Terapia Intensiva adulto: avaliação sobre medida direta e indireta da pressão arterial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Taciana da Costa Farias Almeida

    2013-04-01

    Full Text Available Estudo descritivo e de corte transversal que teve como objetivo avaliar e autoavaliar o conhecimento de enfermeiros de Unidades de Terapia Intensiva adulto sobre medida direta e indireta da pressão arterial. Foram abordados 54 enfermeiros de três Unidades de Terapia Intensiva. Foi aplicado um questionário auto respondido com 65 questões (40 relacionadas à pressão arterial. Os enfermeiros apresentaram desempenho insuficiente no teste que avaliou conhecimento (nota média 4,6. Metade da amostra sentiu-se pouco satisfeita com relação ao que sabe sobre pressão arterial. Após responder o questionário os sujeitos autoavaliaram seu conhecimento como regular (48,2%, ruim (27,8% e péssimo (9,3%, manifestando estarem conscientes em relação à importância do assunto para a prática. Os resultados do estudo mostram a necessidade de realização urgente de atividades de educação continuada para esta amostra, visto que são profissionais que atuam diretamente com um sinal vital prioritário no cuidado ao paciente crítico.

  4. Enfermeiros de Unidade de Terapia Intensiva adulto: avaliação sobre medida direta e indireta da pressão arterial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Taciana da Costa Farias Almeida

    Full Text Available Estudo descritivo e de corte transversal que teve como objetivo avaliar e autoavaliar o conhecimento de enfermeiros de Unidades de Terapia Intensiva adulto sobre medida direta e indireta da pressão arterial. Foram abordados 54 enfermeiros de três Unidades de Terapia Intensiva. Foi aplicado um questionário auto respondido com 65 questões (40 relacionadas à pressão arterial. Os enfermeiros apresentaram desempenho insuficiente no teste que avaliou conhecimento (nota média 4,6. Metade da amostra sentiu-se pouco satisfeita com relação ao que sabe sobre pressão arterial. Após responder o questionário os sujeitos autoavaliaram seu conhecimento como regular (48,2%, ruim (27,8% e péssimo (9,3%, manifestando estarem conscientes em relação à importância do assunto para a prática. Os resultados do estudo mostram a necessidade de realização urgente de atividades de educação continuada para esta amostra, visto que são profissionais que atuam diretamente com um sinal vital prioritário no cuidado ao paciente crítico.

  5. Vivências paternas durante a hospitalização do recém-nascido prematuro na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Marques dos Santos

    2012-10-01

    Full Text Available Este estudo objetivou compreender as vivências paternas durante a hospitalização do recém-nascido prematuro na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de um hospital público de Feira de Santana, Bahia. Trata-se de um estudo descritivo, exploratório e qualitativo, aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa e realizado com nove pais, na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de um hospital público. Os dados foram analisados através da Análise de Conteúdo, os quais apontaram que os partos prematuros causam sentimentos de surpresa, angústia e medo nos pais. É preciso repensar como ocorre a inserção dos pais do prematuro no processo de hospitalização, bem como mudanças nas rotinas estabelecidas para a visita e participação paterna no contexto do cuidado ao prematuro.

  6. Sepse Brasil: estudo epidemiológico da sepse em Unidades de Terapia Intensiva brasileiras An epidemiological study of sepsis in Intensive Care Units: Sepsis Brazil study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Andrade L. Sales Júnior

    2006-03-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A sepse representa a principal causa de morte nas UTI em todo o mundo. Muitos estudos têm demonstrado um aumento da incidência ao longo do tempo e apenas uma leve redução na mortalidade. MÉTODO: Foi realizado um estudo prospectivo em 65 hospitais de todas as regiões do Brasil. Os pacientes que foram admitidos com sepse ou que desenvolveram sepse no mês de setembro de 2003 foram incluídos. O acompanhamento foi feito até o 28º dia de internação e/ou até a alta da UTI. O diagnóstico seguiu os critérios clássicos propostos na convenção de 1991. Foram avaliados dados demográficos, escore APACHE II, escore SOFA, mortalidade, fonte de infecção, microbiologia, comorbidades, tempo de internação, uso de ventilação mecânica, cateter de Swan-Ganz, vasopressores e hemotransfusão. RESULTADOS: Setenta e cinco unidades de terapia intensiva de todas as regiões do Brasil participaram do estudo. Foram identificados 3128 pacientes e 521 (16,7% foram diagnosticados como tendo o diagnóstico de sepse, sepse grave ou choque séptico. A idade média foi de 61,7 (IQR 39-79, 293 (55,7% corresponderam ao sexo masculino, e a mortalidade global em 28 dias foi de 46,6%. O escore APACHE II médio foi de 20 e o escore SOFA no D1 foi de 7 (IQR 4-10. O escore SOFA no grupo dos não-sobreviventes foi maior no D1 (8, IQR 5-11, e aumentou no D3 (9, IQR 6-12. A mortalidade na sepse, sepse grave e choque séptico foi de 16,7%, 34,4% e 65,3%, respectivamente. O tempo médio de internação foi de 15 dias (IQR 5-22. As duas principais fontes de infecção foram o trato respiratório (69% e o abdômen (23,1%. Os bacilos gram-negativos foram mais prevalentes (40,1%. Os cocos gram-positivos foram identificados em 32,8% e as infecções fúngicas em 5%. A ventilação mecânica ocorreu em 82,1% dos casos, uso de cateter de Swan-Ganz em 18,8%, vasopressores em 66,2% e hemotransfusão em 44,7% dos casos. CONCLUSÕES: O estudo evidenciou

  7. Condutas de limitação terapêutica em pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva Therapeutic limitation conducts in intensive care unit patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almir Galvão Vieira Bitencourt

    2007-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Atualmente, há uma tendência crescente de se buscar o "morrer com dignidade", mais do que prolongar inutilmente o sofrimento de pacientes terminais em unidades de terapia intensiva (UTI. O objetivo deste estudo foi avaliar a utilização de condutas que sugerem limitação terapêutica (LT em pacientes que foram a óbito em UTI Adulto. MÉTODO: Trata-se de um estudo exploratório, retrospectivo, que avaliou prontuários médicos de pacientes que foram a óbito na UTI geral de um hospital privado de Salvador-BA, entre janeiro e agosto de 2003, com internação superior a 24 horas na unidade. Os pacientes foram classificados, em relação ao óbito, em "não resposta a medidas de reanimação", "morte encefálica", "decisão de não reanimar" (DNR, "não adoção ou retirada de medidas de suporte de vida", sendo estas duas últimas consideradas medidas sugestivas de limitação terapêutica. RESULTADOS: Foram incluídos dados referentes a 67 pacientes, correspondendo a 90,4% dos pacientes falecidos na unidade durante o período. Destes, 56,7% eram mulheres e a idade média dos pacientes foi de 66,58 ± 17,86 anos. Medidas sugestivas de LT foram encontradas em 59,7% dos pacientes, sendo a mais importante "não adoção de medidas de suporte" (35,8%, seguida de DNR (17,9% e "retirada de medidas de suporte" (6%. A utilização de fármacos vasoativos e métodos dialíticos foram as medidas de suporte mais omitidas, enquanto antibioticoterapia foi a mais retirada. A utilização de medidas de LT foi mais freqüente nos pacientes clínicos. CONCLUSÕES: Os dados do presente estudo sugerem altas freqüências de condutas médicas sugestivas de LT em UTI geral no Nordeste do Brasil. Métodos terapêuticos que possam causar desconforto ou sofrimento aos pacientes terminais, como nutrição, sedação e analgesia, raramente foram omitidos ou retirados.BACKGROUND AND OBJECTIVES: There is a growing tendency of looking for "dying

  8. Enfermedad respiratoria grave en terapia intensiva durante la pandemia por el virus de influenza A (H1N1 2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Aquino-Esperanza

    2010-10-01

    Full Text Available Se describen pacientes hospitalizados en una unidad de terapia intensiva por enfermedad respiratoria aguda grave con características de influenza durante los primeros meses de la pandemia por influenza A(H1N1 2009 en la Argentina. Evaluamos datos clínicos, scores de gravedad, pruebas de laboratorio, microbiología y radiología torácica al ingreso, evolución y mortalidad hospitalaria, comparando pacientes con y sin confirmación de H1N1 por test de reacción de polimerasa en cadena, transcriptasa reversa (RT-PCR. Entre junio y julio de 2009 se internaron 31 pacientes adultos con una mediana de edad de 54 años (percentilo 25-75: 33-66. Presentaron test positivo para H1N1, 17 pacientes. Tenían al menos una condición concurrente 16 pacientes. La expresión radiográfica más frecuente fue infiltrados intersticio-alveolares bilaterales en 20 casos; 5 tenían consolidación lobar unilateral. La coinfección bacteriana (aislamiento de bacterias o IgM positiva para infecciones bacterianas, se demostró en 21 pacientes. Requirieron ventilación mecánica 23 pacientes y 18 desarrollaron síndrome de distrés respiratorio agudo (SDRA. La linfopenia y elevación de creatinina-fosfoquinasa fue frecuente (83% y 65%, respectivamente. Los 6 pacientes que murieron (19% eran mayores de 75 años o tenían cáncer o inmunodepresión. El tratamiento antiviral temprano (≤ 48 horas se asoció a menor necesidad de ventilación mecánica (54% vs. 89%; p: 0.043. No hubo diferencia significativa en las variables analizadas entre el grupo H1N1 positivo y el negativo, lo que sugiere tener igual enfoque terapéutico frente a una epidemia. La infección por H1N1 determinó falla respiratoria aguda y SDRA. La mortalidad ocurrió en pacientes añosos o con co-morbilidades graves.

  9. Estudo comparativo do desenvolvimento sensório-motor de recém-nascidos prematuros da unidade de terapia intensiva neonatal e do método canguru - doi:10.5020/18061230.2005.p191

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Andrade da Mota

    2012-01-01

    Full Text Available O Método Canguru é uma alternativa ao método tradicional de assistência a bebês prematuros de baixo peso, que preconiza o contato pele a pele precoce, entre mãe e filho, 24 horas por dia, garantindo-lhes estímulos sensoriais e motores e maior participação dos pais no cuidado de seu bebê. A Unidade de Terapia Intensiva (UTI Neonatal é destinada ao tratamento de recém-nascidos prematuros com algum problema ao nascer. Objetivou-se comparar o desenvolvimento sensório-motor de recém-nascidos prematuros (RNPt da UTI Neonatal e do Método Canguru. Realizou-se um estudo comparativo, prospectivo e observacional, no Hospital Geral Dr. César Cals, em Fortaleza – CE, de agosto a outubro de 2004, com 14 RNPt, sendo 07 de cada grupo, com peso inferior a 2000g e idade gestacional entre 30 e 37 semanas. A avaliação foi semanal até a alta hospitalar ou até completarem a idade corrigida de 40 semanas, pelo método Dubowitz e Amiel-Tison, com análise de tônus muscular, respostas sensório-motoras, ganho de peso e tempo de internação. Como resultado, observou-se que os bebês do Método Canguru apresentaram melhores respostas sensório-motoras, comprovadas a partir da constatação de um menor grau de estresse, melhores respostas reflexas, movimentação espontânea e tônus muscular, e menor tempo de internação, permanecendo mais tempo em estado de alerta e interagindo bem com o ambiente e a mãe. Conclui-se que o Método Canguru mostrou-se uma alternativa mais eficaz de assistência a RNPt de baixo peso, pois proporcionou melhores resultados quanto às atividades sensório-motor dos bebês, se comparados à UTI Neonatal.

  10. Avaliação do Nível de Estresse da Equipe de Enfermagem em Terapia Intensiva/Evaluation of Stress Level Team Nursing in Intensive Care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Costa dos Santos da Silva

    2012-12-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o nível de estresse da equipe de enfermagem que atua em Terapia Intensiva, em um Hospital Universitário do Sul de Minas Gerais. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, transversal, de abordagem quantitativa, aprovado pelo Comitê de Ética sob o Parecer nº 48/2011, desenvolvido em uma Unidade de Terapia Intensiva.A amostra constituiu-se de 20 profissionais de enfermagem. Para coleta de dados utilizou-se um questionário com questões semi-estruturadas e o Inventário de Sintomas de Stress para adultos de Lipp. Resultados: Verificou-se que a maioria dos sujeitos encontra-se na faixa etária de 20 a 30 anos (50%. Diante das situações de estresse, notou-se que 55% dos profissionais encontram-se na fase de resistência. A equipe considerou muito desgastante o relacionamento com outras unidades e supervisores (15%, a previsão e reposição de materiais (25%, assistência de enfermagem (10% e as condições de trabalho (10%. Conclusão: O estudo demonstra que a maioria dos profissionais de enfermagem atuante em terapia intensiva, apresenta sinais e sintomas de estresse, principalmente, na fase de resistência. Objective: To evaluate the stress level of the nursing team that works in the Intensive Care Unit in a School Hospital in southern Minas Gerais. Materials and Methods: This is a descriptive transversal study with a quantitative approach, approved by the Ethics Committee under the Opinion n. 48/2011, developed in an intensive care unit. The sample was consisted of 20 nurses. For data collection a questionnaire with semi-structured questions andthe Symptoms of Stress Inventory for adults Lipp was used . Results: It has beenfound that most subjects are aged 20 to 30 years (50%. In the face of stressful situations, it was noted that 55% of professionals are at the stage of resistance. The team considered to be very stressful the relationship with other units and supervisors (15%, forecasting and replenishment

  11. Caracterização das Unidades de Terapia Intensiva do município de São Paulo Caracteristics of intensive care units in Sao Paulo city - Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miako Kimura

    1997-08-01

    Full Text Available Este estudo constitui-se numa parte inicial de um Projeto Integrado que visa analisar os recursos estruturais das UTIs do Município de São Paulo, incluindo o ambiente físico, recursos humanos, equipamentos e materiais. Os aspectos analisados neste artigo referem-se às características destas Unidades quanto à sua quantidade e distribuição geográfica, número de leitos, entidade mantenedora, tipo de atendimento, de clientela e de tratamento, assim como as médias de ocupação e de permanência. Por amostragem casual estratificada, foram selecionados 40% dos hospitais com UTI de cada uma das regiões integrantes do SUS no Município. A amostra estudada foi de 43 UTIs e o instrumento para coleta de dados foi um questionário respondido pelo enfermeiro responsável pela Unidade. O número de UTIs nos hospitais variou de 1 a 4 , sendo mais frequentes aqueles com urna única Unidade (68,8%. 79,2% das UTIs pertenciam a hospitais particulares e 51,2% localizavam-se na região centro-oeste do Município. Os leitos de terapia intensiva corresponderam a 8,0% do total de leitos hospitalares. Cada Unidade tinha, em média, 10 leitos. Predominaram as UTIs gerais (60,5%, as destinadas somente a pacientes adultos (51,2% e as que atendiam tanto a pacientes clínicos como cirúrgicos ( 95,3%. Na maioria das Unidades, a porcentagem de ocupação mensal dos leitos foi de 80 a 100% e a média de permanência, de 4,5 dias.This study is the first part in a series of the articles reporting results of a project conducted to analyse the structural resources of ICUs in São Paulo city. This article describes the characteristics of those Units, considering the quantity and geographic location, bed number, maintainer entity, type of assistance, type of client, as well the percentage of beds usage and lenght of stay. Forty three ICUs were analysed and a questionnaire answered by the ICU nurse coordinator was used to collect data. The results showed that the number

  12. Perfil Clínico-Epidemiológico de Pacientes que inician Terapia Intensiva con Estatinas para La Prevención Secundaria de Enfermedad Vascular en España

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego Macías Saint Gerons

    2015-01-01

    Full Text Available Las nuevas recomendaciones respecto a la utilización de estatinas potentes y/o dosis altas (terapia intensiva para el tratamiento de la enfermedad cardiovascular se han basado en la extrapolación de los resultados de los ensayos clínicos. El objetivo fue describir el perfil clínico-epidemiológico de los pacientes que inician tratamiento con estatinas para la prevención secundaria en España y estudiar qué factores determinan la utilización de estatinas en terapia intensiva. Métodos: Estudio transversal a partir de 88.751 pacientes ≥45 años con enfermedad cardiovascular que iniciaron tratamiento con estatinas (enero 2007-diciembre 2011. Los tratamientos con dosis superiores a 40 mg/día de simvastatina (o estatina equipotente se consideraron terapia intensiva. Se construyeron modelos de regresión logística multivariante con el fin de examinar la asociación de las variables relacionadas con la prescripción de terapia intensiva respecto al uso de la terapia moderada. Resultados: Se identificó a 16.857 personas adultas que iniciaron tratamiento con estatinas para la prevención secundaria. Los factores predictores para el inicio de terapia intensiva fueron el año de prescripción, sexo masculino (odds ratio ajustada: 1,70; IC95%: 1,44-2,00, edad >75 años (1,39; 1,15-1,69, historia previa de enfermedad isquémica coronaria (1,71; 1,44-2,04, accidente isquémico transitorio de cualquier localización (1,24; 0,97-1,59, tabaquismo (1,62; 1,34-1,95, hipertensión (1,41; 1,20-1,65 y tratamiento reciente con fibratos (2,32; 1,27-4,26. Conclusiones: La utilización de terapia intensiva con estatinas está determinada por el tipo de evento vascular previo y con la edad (>75 años, en los que el balance beneficio-riesgo podría ser discutible. No se encuentran diferencias estadísticamente significativas en función del c-LDL.

  13. Perfil das admissões em uma unidade de terapia intensiva obstétrica de uma maternidade brasileira Admission profile in an obstetrics intensive care unit in a maternity hospital of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melania Maria Ramos de Amorim

    2006-05-01

    Full Text Available OBJETIVOS: descrever a experiência de três anos com terapia intensiva em obstetrícia em Unidade de Terapia Intensiva em setor que permite que obstetras continuem conduzindo as pacientes obstétricas criticamente enfermas. MÉTODOS: estudo avaliando 933 pacientes atendidas na UTI obstétrica do Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira (IMIP de setembro de 2002 a fevereiro de 2005. As variáveis foram idade, paridade, diagnóstico de admissão, época da admissão, diagnósticos e complicações durante o internamento, procedimentos invasivos empregados e resultado final. RESULTADOS: as três principais causas de internamento foram hipertensão (87%, hemorragia obstétrica (4,9% e infecção (2,1%. A idade média foi 25 anos e 65% dos partos, cesarianas. Anemia foi achado freqüente (58,4%. Outros diagnósticos: insuficiência renal, doença tromboembólica, cardiopatia, edema agudo de pulmão, sepse, choque hemorrágico. Das 814 pacientes admitidas com hipertensão associada à gestação, 65% tinham pré-eclâmpsia grave, 16% pré-eclâmpsia leve e 11% eclâmpsia. Síndrome HELLP ocorreu em 46%. Ventilação mecânica foi necessária em 3,6% e hemotransfusão em 17%. A duração média do internamento foi cinco dias (1-41. A taxa de óbito foi 2,4%. CONCLUSÕES: a taxa de morte foi relativamente baixa, sugerindo que uma UTI conduzida por obstetras pode ser uma estratégia factível para reduzir a mortalidade materna.OBJECTIVES: to describe a three-year experience with obstetric Intensive Care Units (ICU, a unit allowing obstetricians to continue to care for critically ill obstetrics patients. METHODS: the study evaluated all admissions (933 to the Obstetric ICU, in the Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira (IMIP, from September 2002 to February 2005. Age, parity, diagnosis, admission time, diagnosis during ICU stay, associated complications, invasive procedures utilized, and final outcome were analyzed. RESULTS

  14. Avaliação perioperatória de pacientes em unidade de terapia intensiva Perioperative assessment of the patients in intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stelma Regina Sodré Pontes

    2013-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar as condições pré-operatórias e o procedimento cirúrgico relacionando-os à morbidade e mortalidade de pacientes cirúrgicos em uma unidade de terapia intensiva geral de um hospital universitário. MÉTODOS: Foram estudados os prontuários de pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos de médio e grande porte, admitidos na unidade de terapia intensiva geral. Foram analisados: dados demográficos, quadro clínico, registros de antecedentes pessoais e exames laboratoriais pré-operatórios e de admissão na unidade de terapia intensiva, exames de imagem, relato operatório, boletim anestésico e antibioticoprofilaxia. Após a admissão, as variáveis estudadas foram: tempo de internação, tipo de suporte nutricional, utilização de tromboprofilaxia, necessidade de ventilação mecânica, descrição de complicações e mortalidade. RESULTADOS: Foram analisados 130 prontuários. A mortalidade foi 23,8% (31 pacientes; Apache II maior do que 40 foi observado em 57 pacientes submetidos à operação de grande porte (64%; a classificação ASA e" II foi observada em 16 pacientes que morreram (51,6%; o tempo de permanência na unidade de terapia intensiva variou de um a nove dias e foi observado em 70 pacientes submetidos à cirurgia de grande porte (78,5%; a utilização da ventilação mecânica por até cinco dias foi observada em 36 pacientes (27,7%; hipertensão arterial sistêmica foi observada em 47 pacientes (47,4%; a complicação mais frequente foi a sepse. CONCLUSÃO: a correta estratificação do paciente cirúrgico determina sua alta precoce e menor exposição a riscos aleatóriosOBJECTIVE: To evaluate the preoperative condition and the surgical procedure of surgical patients in a general intensive care unit of a university hospital, relating them to morbidity and mortality. METHODS: We studied the medical records of patients undergoing medium and large surgical procedures, admitted to the general intensive

  15. PADRÕES DE VARIAÇÃO DA QUALIDADE DO AR E FATORES TERMOFÍSICOS NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

    OpenAIRE

    Araujo Vieira, Elamara Marama; Universidade Federal da Paraíba; Norte da Silva, Jonhatan Magno; Universidade Federal da Paraíba; Falcão, Cláudio Anselmo; Universidade Federal da Paraíba; Lopes da Silva, Erivaldo; Universidade Federal da Paraíba; Bueno da Silva, Luíz; Universidade Federal da Paraíba

    2016-01-01

    Objetiva-se verificar os padrões de concentração e dispersão de material particulado suspenso de tamanhos 0,5µm (PM0,5), 1µm (PM1) e 5µm (PM5) em uma Unidade de Terapia Intensiva, identificando qual a interferência da temperatura e umidade do ar em tais padrões. Os dados foram coletados no mês de setembro de 2014 com o equipamento Fluke 983. A análise dos dados foi realizada por testes de medidas de tendência central e testes paramétrico e não-paramétrico correlacionando as variáveis de inter...

  16. I Recomendação brasileira de fisioterapia respiratória em unidade de terapia intensiva pediátrica e neonatal

    OpenAIRE

    Johnston,Cíntia; Zanetti,Nathalia Mendonça; Comaru,Talitha; Ribeiro,Simone Nascimento dos Santos; Andrade,Lívia Barboza de; Santos,Suzi Laine Longo dos

    2012-01-01

    Recomendações para a atuação do fisioterapeuta em unidade de terapia intensiva pediátrica e neonatal são fundamentais, pois esses profissionais são responsáveis pela reabilitação de pacientes graves. A reabilitação inclui desde a avaliação e prevenção de alterações cinético funcionais às intervenções de tratamento (fisioterapia respiratória e/ou motora), controle e aplicação de gases medicinais, cuidados da ventilação pulmonar mecânica invasiva e não invasiva, protocolos de desmame e extubaçã...

  17. Percepção de enfermeiros intensivistas sobre distanásia em unidade de terapia intensiva Intensivist nurses perception of intensive care unit dysthanasia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Salomão da Silva

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar e analisar a percepção de enfermeiros da unidade de terapia intensiva de um hospital escola em Londrina sobre distanásia em pacientes terminais na unidade de terapia intensiva. MÉTODOS: Estudo de natureza qualitativa. Os dados foram coletados por meio de entrevista semi-estruturada gravada, com nove enfermeiros das unidades de terapia intensiva de um hospital escola, no mês de janeiro de 2009. Foi utilizada a análise temática para analisar os discursos dos sujeitos e identificar as categorias de discussão. RESULTADOS: Foram identificadas cinco categorias que foram discutidas com base na experiência dos autores e na literatura, sendo elas: medidas que prolongam a vida do paciente fora de possibilidade de cura na unidade de terapia intensiva; ações/reações dos enfermeiros diante da distanásia; motivos que levam ao prolongamento da vida de pacientes fora de possibilidade de cura; sentimentos dos enfermeiros sobre a distanásia e prolongamento da vida; medidas de cuidado em oposição à distanásia. CONCLUSÃO: A vivência dos enfermeiros perante as ações de distanásia mostrou-se complexa, sendo um fator de sofrimento, frustração a inquietação para estes profissionais. A falta de comunicação destaca-se como fator importante na visão dos enfermeiros para a ocorrência de distanásia e a medida para substituir a distanásia são os cuidados que proporcionam alivio do sofrimento.PURPOSE: Identify and evaluate the perception of Intensivist Nurses in a University Hospital in Londrina, of dysthanasia in terminal patients at the Intensive Care Unit. METHODS: Qualitative study. Data were collected by semi-structured recorded interview involving nine nurses working in a university hospital intensive care units, during January 2009. A thematic analysis was used to evaluate subjects' speech and identify discussion categories. RESULTS: Five categories were identified, discussed based on the authors' experience and

  18. Terapia nutricional enteral em pacientes sépticos na unidade de terapia intensiva: adequação às diretrizes nutricionais para pacientes críticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valeska Fernandes Pasinato

    2013-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a adequação do manejo nutricional do paciente séptico a diretrizes de nutrição enteral para pacientes críticos. MÉTODOS: Estudo de coorte prospectivo com 92 pacientes sépticos, idade ≥18 anos, internados em unidade de terapia intensiva, em uso de nutrição enteral, avaliados segundo diretrizes para pacientes críticos quanto à nutrição enteral precoce, adequação calórica e proteica, e motivos para não início da nutrição enteral precoce bem como de interrupção da mesma. Escores prognósticos, tempo de internação, evolução clínica e estado nutricional também foram analisados. RESULTADOS: Pacientes com idade média de 63,4±15,1 anos, predominantemente masculinos, diagnóstico de choque séptico (56,5%, tempo de internação na unidade de terapia intensiva de 11 (7,2 a 18,0 dias, escores SOFA de 8,2±4,2 e APACHE II de 24,1±9,6 e mortalidade de 39,1%. Em 63% dos pacientes, a nutrição enteral foi iniciada precocemente. Cerca de 50% atingiu as metas calóricas e proteicas no 3º dia de internação na unidade de terapia intensiva, percentual que foi reduzido para 30% no 7º dia. Motivos para início da nutrição enteral tardia foram complicações do trato gastrintestinal (35,3% e instabilidade hemodinâmica (32,3%. Procedimentos foram o motivo mais frequente para interrupção da nutrição enteral (44,1%. Não houve associação entre a adequação às diretrizes com estado nutricional, tempo de internação, gravidade ou evolução. CONCLUSÃO: Embora expressivo o número de pacientes sépticos que iniciaram a nutrição enteral precocemente, metas calóricas e proteicas no 3º dia da internação foram atingidas apenas pela metade destes, percentual que diminui no 7º dia.

  19. A percepção da família sobre sua presença em uma Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica e Neonatal La percepción de la familia sobre su presencia en una Unidad de Terapia Intensiva Pediátrica y Neonatal The family's perception of its presence at the pediatric and neonatal intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosemeire Cristina Moretto Molina

    2009-09-01

    Full Text Available O estudo, de abordagem qualitativa, teve por objetivo compreender como as famílias percebem a própria presença na unidade de terapia intensiva pediátrica e neonatal, e a aceitação dessa presença por parte dos profissionais de saúde. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada a 14 pais de crianças internadas na UTI pediátrica e neonatal de dois hospitais na Região Noroeste do Paraná. Para a interpretação dos dados, optou-se pela análise de conteúdo. Os resultados revelaram o sofrimento vivenciado pelos pais, as alterações que ocorreram na dinâmica familiar em face da hospitalização do filho, e a percepção dos benefícios da sua permanência junto à criança, do acolhimento e dos cuidados recebidos. Concluiu-se que os pais valorizam o fato de os profissionais demonstrarem respeito e atenção para com eles e a criança, criando elos de afetividade e confiança, além de gratidão pelo cuidado.Este estudio, de abordaje cualitativo, tuvo por objetivo comprender como las familias perciben su propia presencia en la unidad de terapia intensiva pediátrica y neonatal, y, la aceptación de esa presencia por parte de los profesionales de la salud. Los datos fueron recolectados por medio de entrevista semiestructurada a 14 padres de niños internados en la UTI pediátrica y neonatal de dos hospitales en la Región Noroeste de Paraná. Para la interpretación de los datos se optó por el análisis de contenido. Los resultados revelaron el sufrimiento experimentado por los padres, las alteraciones que ocurrieron en la dinámica familiar frente a la hospitalización del hijo y la percepción de los beneficios de su permanencia junto al niño, del acogimiento y del cuidado recibidos. Se concluyó que los padres valorizan el hecho de los profesionales demonstrar respeto y atención para con ellos y el niño, creando vínculos de afecto y confianza, además de gratitud por el cuidado.This qualitative-based study aimed

  20. Clinical evolution of adult, elderly and very elderly patients admitted in Intensive Care Units Evolución clínica de adultos, ancianos y muy ancianos internados en Unidades de Terapia Intensiva Evolução clínica de adultos, idosos e muito idosos internados em Unidade de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verônica Cunha Rodrigues de Oliveira

    2011-12-01

    Full Text Available This study compared clinical outcomes among adult, elderly and very elderly patients admitted to Intensive Care Units (ICUs located in São Paulo, Brazil. This retrospective, longitudinal and comparative study included 279 adult (≥18 and El estudio comparó la evolución clínica de adultos, ancianos y muy ancianos internados en Unidades de Terapia Intensiva localizadas en Sao Paulo, Brasil. El estudio fue retrospectivo longitudinal, del tipo comparativo. Participaron 279 adultos (≥18 y O estudo comparou a evolução clínica de adultos, idosos e muito idosos, internados em Unidades de Terapia Intensiva, localizadas em São Paulo, Brasil. Trata-se de estudo retrospectivo-longitudinal, do tipo comparativo. Participaram 279 adultos (≥18 e <60 anos, 216 idosos (≥60 e <80 anos e 105 muito idosos (≥80 anos. Os adultos diferiram dos outros grupos em relação à unidade de destino e evolução da gravidade, segundo Simplified Acute Physiology Score II. Foi mais prevalente o encaminhamento dos adultos para unidades de internação, porém, os idosos e muito idosos, sobreviventes à internação na unidade crítica, apresentaram melhora mais acentuada antes da alta. Entre adultos e idosos ocorreu diferença em relação à mortalidade, com maior taxa no grupo mais velho; entretanto, a mortalidade dos muito idosos e adultos foi similar. Em geral, os resultados indicaram que a idade mais avançada não foi fator associado aos desfechos indesejáveis da assistência intensiva.

  1. Fatores associados à maior mortalidade e tempo de internação prolongado em uma unidade de terapia intensiva de adultos Factors associated with increased mortality and prolonged length of stay in an adult intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Beatriz Francioso de Oliveira

    2010-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: A unidade de terapia intensiva é sinônimo de gravidade e apresenta taxa de mortalidade entre 5,4% e 33%. Com o aperfeiçoamento de novas tecnologias, o paciente pode ser mantido por longo período nessa unidade, ocasionando altos custos financeiros, morais e psicológicos para todos os envolvidos. O objetivo do presente estudo foi avaliar os fatores associados à maior mortalidade e tempo de internação prolongado em uma unidade de terapia intensiva adulto. MÉTODOS: Participaram deste estudo todos os pacientes admitidos consecutivamente na unidade de terapia intensiva de adultos, clínica/cirúrgica do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas, no período de seis meses. Foram coletados dados como: sexo, idade, diagnóstico, antecedentes pessoais, APACHE II, dias de ventilação mecânica invasiva, reintubação orotraqueal, traqueostomia, dias de internação na unidade de terapia intensiva, alta ou óbito na unidade de terapia intensiva. RESULTADOS: Foram incluídos no estudo 401 pacientes, sendo 59,6% homens e 40,4% mulheres, com idade média de 53,8±18,0 anos. A média de internação na unidade de terapia intensiva foi de 8,2±10,8 dias, com taxa de mortalidade de 13,46%. Dados significativos para mortalidade e tempo de internação prolongado em unidade de terapia intensiva (p11, traqueostomia e reintubação. CONCLUSÃO: APACHE >11, traqueostomia e reintubação estiveram associados, neste estudo, à maior taxa de mortalidade e tempo de permanência prolongado em unidade de terapia intensiva.OBJECTIVE: The intensive care unit is synonymous of high severity, and its mortality rates are between 5.4 and 33%. With the development of new technologies, a patient can be maintained for long time in the unit, causing high costs, psychological and moral for all involved. This study aimed to evaluate the risk factors for mortality and prolonged length of stay in an adult intensive care unit. METHODS: The study

  2. Sepse tardia em pré-termos de uma unidade de terapia intensiva neonatal: análise de três anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brunnella Alcantara Chagas de Freitas

    2012-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência, os fatores e os agentes etiológicos associados à sepse neonatal tardia em pré-termos de uma unidade de terapia intensiva neonatal. MÉTODOS: Estudo transversal, de dados secundários de prontuários de pré-termos admitidos em uma unidade de terapia intensiva neonatal, no triênio 2008-2010. Caracterizou-se a variável desfecho sepse neonatal tardia pelos critérios da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Empregaram-se os testes do Qui-quadrado de Pearson, exato de Fisher ou Qui-quadrado de tendência linear para as variáveis qualitativas. Considerou-se significante p<0,05. Realizaram-se análises bivariadas e multivariadas entre as variáveis independentes e a dependente, obtendo-se como medida de efeito as razões de prevalências, considerando-se p<0,20. RESULTADOS: Participaram do estudo 267 prematuros. Destes, 28,5% evoluíram com sepse tardia, com positividade de hemocultura em 17,1%. Evoluíram a óbito 8,2% dos pré-termos e, destes, 68,2% eram do grupo sepse. Associaram-se à hemocultura positiva três óbitos, todos com a participação de Gram-negativos. Na análise bivariada para o desfecho sepse tardia observou-se que, à medida que decresceram a idade gestacional e o peso ao nascer, houve aumento de sua prevalência. A duração de ventilação mecânica e de cateter central de inserção periférica por períodos iguais ou superiores respectivamente a 10 e 11 dias se associaram ao desfecho sepse neonatal tardia em 80,8% e 76,2% dos pré-termos. Na análise multivariada, permaneceu como fator associado à sepse tardia o tempo de cateter central de inserção periférica igual ou superior a 11 dias. Houve maior participação dos Gram-negativos como agentes etiológicos, sendo mais frequentes a Klebsiella pneumoniae e a Escherichia coli. CONCLUSÕES: A sepse tardia mantém-se uma preocupação por sua prevalência nas unidades de terapia intensiva e pela associação a procedimentos

  3. O estresse entre enfermeiros que atuam em Unidade de Terapia Intensiva El estrés entre enfermeros que actúan en las Unidades de Terapia Intensiva Stress among nurses who work at the intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vivian Aline Preto

    2009-12-01

    Full Text Available A presença de estresse tem sido verificada em diferentes profissionais e também entre enfermeiros de UTI, pelo fato de ser grande sua proximidade com os pacientes em sofrimento e com risco de morte. Esse fato se agrava devido à necessidade de cuidados diretos e intensivos. Este estudo, seguindo uma metodologia quantitativa, objetivou caracterizar os enfermeiros que desenvolvem suas atividades em UTI e verificar a presença de estresse entre eles. Para isso, vinte e um enfermeiros de UTIs de cinco hospitais do interior do estado de São Paulo responderam a um roteiro de perguntas direcionadas a sua caracterização e ao Inventário do Estresse em Enfermeiros. Os resultados mostraram que 57,1% dos enfermeiros estudados consideraram a UTI um local estressante e 23,8% deles apresentaram um escore elevado, indicando a presença de estresse. Tal fato demonstra que o estresse, mesmo sendo discutido desde longa data, ainda acomete esses profissionais, e as instituições ainda não oferecem atenção especial aos enfermeiros no sentido de promover sua saúde integral.La presencia de estrés ha sido verificada en diferentes profesionales y también entre enfermeros de UTIs, debido al hecho de su gran proximidad con los pacientes en sufrimiento y con riesgo de muerte. Ese hecho se agrava debido a la necesidad de prestar cuidados directos e intensivos. Este estudio, siguiendo una metodología cuantitativa, objetivó caracterizar los enfermeros que desarrollan sus actividades en la UTI y verificar la presencia de estrés entre ellos. Para esto, veintiún enfermeros de UTIs de cinco hospitales del interior del estado de São Paulo respondieron un cuestionario de preguntas dirigidas a su caracterización y al Inventario del Estrés en Enfermeros. Los resultados mostraron que 57,1% de los enfermeros estudiados consideraron la UTI un local causador de estrés y 23,8% de ellos presentaron un puntaje elevado, indicando la presencia de estrés. Este hecho

  4. Re-significações do humano no contexto da 'ciborguização': um olhar sobre as relações humano-máquina na terapia intensiva Re-significaciones de lo humano en el contexto de la 'ciborguización': una mirada sobre las relaciones humano-máquina en terapia intensiva Re-signification of the human in the context of the "ciborgzation": a look at the human being-machine relationship in intensive care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara Ambrosina de O. Vargas

    2005-06-01

    Full Text Available Discutem-se relações humano-máquina do processo denominado 'ciborguização da enfermeira' na terapia intensiva, com base nos Estudos Culturais pós-estruturalistas, destacando-se o conceito de ciborgue de Haraway. Examinam-se, como textos culturais, manuais utilizados pela enfermagem nas UTI. Esta análise cultural procura tensionar sentidos de 'humano e máquina', com o objetivo de reconhecer processos que instituem enfermeiras como ciborgues. Argumenta-se que enfermeiras intensivistas são inseridas em um processo de corporificação de tecnologia que transforma o corpo-profissional em um híbrido que permite desqualificar, concomitantemente, noções como máquina e corpo 'em si já que é a hibridização entre 'um e outro' que conta, ali. Como ciborgues, enfermeiras intensivistas aprendem a 'estar com' a máquina e essa conexão delimita a especificidade de suas ações. Sugere-se que processos de ciborguização como esse são produtivos para questionar - e lidar de outros modos com - os sentidos de 'humano' e 'humanidade' que sustentam grande parte do saber/fazer em saúde.Se discuten relaciones humano-máquina del proceso denominado 'ciborguización de la enfermera' en la terapia intensiva, con base en los Estudios Culturales post-estructuralistas, destacándose el concepto de ciborgue de Haraway. Se examinan, como textos culturales, manuales utilizados por la enfermería en las UCIs. Este análisis cultural procura tensionar sentidos de 'humano y máquina', con el objetivo de reconocer procesos que instituyen enfermeras como ciborgues. Se argumenta que las enfermeras intensivistas son insertadas en un proceso de corporificación de tecnología que transforma el cuerpo-profesional en un híbrido que permite descalificar, conco-mitantemente, nociones como máquina y cuerpo 'en sí' ya que es una hibridización entre 'uno y otro' que cuenta, allí. Como ciborgues, las enfermeras intensivistas aprenden a 'estar con' la máquina y esa

  5. Prevalência de doença por citomegalovírus em transplantados renais em unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sanmya Danielle Rodrigues dos Santos

    Full Text Available RESUMO Objetivos: Definir frequência de doença por citomegalovírus dentre pacientes transplantados renais na unidade de terapia intensiva nos quais houve a suspeita desta complicação; identificar fatores predisponentes e possível impacto na evolução clínica. Métodos: Estudo retrospectivo observacional, no qual foram incluídos pacientes transplantados renais acima de 18 anos, internados por quaisquer motivos em uma unidade de terapia intensiva, com pelo menos uma coleta de antigenemia ou reação em cadeia da polimerase para citomegalovírus durante internação. Doença por citomegalovírus foi definida por antigenemia positiva ou reação em cadeia da polimerase acima de 500 cópias/mL, na presença de sintomas, no contexto clínico apropriado, conforme julgamento do médico assistente. Resultados: Foram incluídos 99 pacientes (idade: 53,4 ± 12,8 anos, 71,6% homens. A doença por citomegalovírus foi diagnosticada em 39 pacientes (39,4%. Sintomas respiratórios (51%, piora clínica inespecífica (20% ou sintomas gastrintestinais (14% foram os principais motivos para coleta de exames. O tempo de transplante foi menor naqueles com doença por citomegalovírus em relação àqueles sem este diagnóstico (6,5 meses e 31,2 meses; p = 0,001, bem como uso de pulsoterapia nos últimos 6 meses (41% e 16,9%; p = 0,008 e uso prévio de timoglobulina no último ano (35,9% e 6,8%; p < 0,001. No modelo de regressão logística, somente o tempo de transplante e o uso de timoglobulina associaram-se à maior frequência de citomegalovírus. Não houve diferença na evolução clínica entre pacientes com ou sem doença por citomegalovírus. Conclusão: Em pacientes transplantados renais com suspeita de doença por citomegalovírus, a prevalência foi alta. O tempo de transplante menor que 6 meses e o uso de timoglobulina no último ano devem aumentar a suspeita do intensivista para esta complicação.

  6. Transtorno de estresse pós-traumático em pacientes de unidade de terapia intensiva Post-traumatic stress disorder in intensive care unit patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Vannini Santesso Caiuby

    2010-03-01

    Full Text Available O transtorno de estresse pós-traumático tem sido descrito em pacientes após tratamento em unidade de terapia intensiva. O objetivo foi revisar estudos sobre os aspectos psicológicos e as intervenções terapêuticas destes pacientes após internação em unidade de terapia intensiva. Trinta e oito artigos foram incluídos. A prevalência de transtorno de estresse pós-traumático variou de 17% a 30% e a incidência de 14% a 24%. Os fatores de risco foram: história prévia de ansiedade, depressão ou pânico, ter memórias traumáticas ilusórias (memórias derivadas de formações psíquicas como sonho e delirium, tempo de ventilação mecânica, experiências estressantes, crenças e comportamentos de característica depressiva. Doses altas de opióides, sintomas na retirada da sedação ou analgesia e o uso de lorazepam foram relacionados ao aumento de delirium e de memória ilusória. A sintomatologia do transtorno pode ser reduzida com a administração de hidrocortisona, com a interrupção diária da sedação e não foram encontrados estudos de efetividade de intervenção psicológica.Post-traumatic stress disorder has been detected in patients after treatment in intensive care unit. The main goal of this study is to review the psychological aspects and therapeutic interventions on those patients after their treatment on intensive care unit. Thirty eight articles have been included. The prevalence of post-traumatic stress disorder has varied from 17% up to 30% and the incidence from 14% to 24%. The risk factors were: previous anxiety historic, depression or panic, having delusional traumatic memories (derived from psychic formations as dreams and delirium, belief effects, depressive behavior, stressing experiences and mechanical ventilation. High doses of opiates, symptoms caused by sedation or analgesia reduction and the use of lorazepam were related with the increase of delirium and delusional memory. The disorder sintomatology

  7. Repercussões do ruído na unidade de terapia intensiva neonatal Repercussion of noise in the neonatal intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Menossi Grecco

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar as repercussões do ruído da unidade de terapia intensiva neonatal sobre as mães, recém-nascidos e interações com o filho e profissionais de saúde, a partir da percepção materna. MÉTODOS: Estudo descritivo transversal, realizado em unidade de terapia intensiva neonatal. A amostra constitui-se de 95 mães. Um formulário foi utilizado como instrumento de coleta de dados. Para análise dos dados utilizou-se estatística descritiva. RESULTADOS: Na percepção das mães o ruído da unidade traz repercussões sobre o neonato provocando agitação, choro, irritabilidade entre outros; desencadeia-lhe cefaléia, agitação e vontade de chorar, levando-a tocar menos e falar mais baixo com o filho. Referem dificuldade em manter sua atenção durante a interação com o profissional. CONCLUSÃO: As repercussões do ruído percebidas pela mãe tanto sobre si como para o seu filho, abrangem alterações comportamentais e físicas; associadas à dificuldade materna de manter a atenção ao interagir com o profissional de saúde.OBJECTIVE: To identify repercussion of noise in the neonatal intensive care unit on mothers, newborns and on interactions of neonates with healthcare professional from the mothers' perspective. METHODS: This descriptive cross-sectional study was carried out in the neonatal intensive care unit. The study population was composed by 95 mothers. Data were collected using formularies. The statistical analysis was descriptive. RESULTS: Mothers' perception of noise in the unit caused repercussion on neonates such as agitation, cry, irritability among other. Mothers' also reported to have headache, agitation and tendency to cry, which led them to touch less and speak softly with their babies. CONCLUSION: Repercussions of noise perceived by mothers on themselves and on babies' behavior and physical changes were associated with difficulties of mothers to keep attention and to interact with healthcare professionals.

  8. Perfil dos recém-nascidos submetidos à estimulação precoce em uma unidade de terapia intensiva neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Camila Lima de Souza

    2013-12-01

    Full Text Available Objetivo: Descrever o perfil dos recém-nascidos submetidos à estimulação precoce em uma unidade de terapia intensiva neonatal, caracterizando a população do estudo segundo suas variáveis neonatais e fatores de risco indicativos para o tratamento de estimulação precoce. Métodos: Estudo do tipo transversal e analítico, realizado em hospital de referência de Fortaleza, no período de fevereiro a março de 2011, cuja amostra constou de 116 prontuários de recém-nascidos indicados para o tratamento de estimulação precoce. Analisaram-se as seguintes variáveis: peso, sexo, idade gestacional, índice de Apgar, diagnóstico de síndrome do desconforto respiratório e de hemorragia intracraniana, uso de ventilação mecânica e pressão positiva contínua das vias aéreas (CPAP. As variáveis foram analisadas pelo programa Microsoft Excel® 2007 para obtenção de média e moda. Resultados: Das variáveis estudadas, houve um predomínio do baixo peso ao nascer, prematuridade e sexo masculino. Segundo o índice de Apgar, os escores do 1º e do 5º minutos mostraram valores ascendentes. Quanto às patologias estudadas, destaca-se a síndrome do desconforto respiratório como a mais prevalente, seguida da hemorragia intracraniana. Com relação à utilização do suporte ventilatório, o CPAP apresentou-se como a modalidade mais indicada, seguida da ventilação mecânica. Conclusão: O perfil dos recém-nascidos investigados no presente estudo, submetidos à estimulação precoce em uma unidade de terapia intensiva neonatal, é representado pelo sexo masculino, prematuro, com baixo peso e índice de Apgar elevado no 1º e 5º minutos, com prevalência da síndrome do desconforto respiratório e aumento do uso da pressão positiva contínua das vias aéreas.

  9. Como implementar cuidados paliativos de qualidade na unidade de terapia intensiva How to implement quality in palliative care at intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubens C Costa Filho

    2008-03-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Os cuidados paliativos têm como objetivo a prevenção e o alívio do sofrimento, melhorando a comunicação e o sinergismo com a terapêutica curativa. Esta filosofia de tratamento conjuga os valores dos pacientes e de seus familiares, facilitando as transferências entre os vários setores intra-hospitalares, que possam estar conduzindo um paciente com grave risco de vida. CONTEÚDO: Apesar de ainda estar se desenvolvendo em todo o mundo, os cuidados paliativos estão progressivamente integrando-se aos cuidados curativos, inclusive nos ambientes de terapia intensiva. Entretanto, várias evidências têm demonstrado que esta abordagem médica ainda precisa melhorar, seja para os pacientes com sintomas de desconforto significativos ou dores físicas, nas unidades de terapia intensiva, ou na percepção dos familiares, que também é falha, sobretudo no que cerne às recomendações básicas como as intervenções diagnósticas, prognósticas e terapêuticas. CONCLUSÕES: O desenvolvimento de pesquisa nesta área promoverá indicadores de desempenho, o que nos garantirá eficiência, qualidade operacional, e melhoria constante desses cuidados. Este artigo destaca a importância da medicina paliativa e propõe alternativas e planos para promoção de uma abordagem paliativa em tempo apropriado, no sentido de tornar a medicina geral mais próxima dos valores e dignidade humana.BACKGROUND AND OBJECTIVES: Palliative care has the objective of preventing and relieving suffering by improving communication and synergism with curative therapy. This philosophy of treatment combines the patients' values and their families and facilitates the movement in various hospital departments, which might occur with critically ill patients. CONTENTS: Though still little developed in the world, palliative care is gradually integrating curative care in intensive care units. However, various pieces of evidence have been showing that there is

  10. Clonidina como droga adjuvante no tratamento da síndrome de abstinência alcoólica em unidade de terapia intensiva: relato de caso Clonidina como droga coadyuvante en el tratamiento de la síndrome de abstinencia alcohólica en unidad de terapia intensiva: relato de un caso Clonidine as adjuvant therapy for alcohol withdrawal syndrome in intensive care unit: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Gobbo Braz

    2003-12-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A sedação de dependentes de álcool e drogas em Unidades de Terapia Intensiva (UTI é um desafio pela elevada incidência de tolerância às drogas sedativas e da elevada freqüência de síndromes de abstinência. O objetivo deste relato é mostrar um caso de paciente jovem admitido na UTI que desenvolveu síndrome de abstinência alcoólica e tolerância às drogas sedativas, solucionadas somente após o uso de clonidina. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 18 anos, dependente de álcool, tabaco, cocaína e maconha, vítima de acidente por arma de fogo, foi admitido na UTI no 1º dia de pós-operatório de enterectomia, após aspiração de conteúdo gástrico durante reintubação traqueal. Evolução clínica: drogas vasoativas até o 4º dia de internação e broncopneumonia bilateral com derrame pleural e necessidade de ventilação artificial até o 15º dia. O esquema de sedação inicial utilizado foi a associação de midazolam e fentanil. A partir do 4º dia, o paciente apresentou vários episódios de agitação psicomotora, mesmo com a associação de lorazepam no 6° dia. No 9° dia, o paciente recebeu as maiores doses dos fármacos, mas permanecia agitado. Optou-se pela associação de dexmedetomidina, que reduziu as doses das outras drogas em 35% e diminuiu a agitação. No 12° dia, o midazolam e a dexmedetomidina foram substituídos pela infusão de propofol, com piora do quadro. No 13° dia, foi associada clonidina ao esquema de sedação, com resolução do quadro de agitação. No 14° dia, o propofol foi suspenso, sendo mantida a infusão de fentanil e reintroduzida a infusão de midazolam, com doses respectivamente 75% e 65% menores em relação ao pico de uso destas drogas. No 15° dia, o paciente foi extubado e teve alta da UTI. CONCLUSÕES: A droga de escolha para o tratamento da síndrome de abstinência alcoólica é o benzodiazepínico. Entretanto, no presente relato, somente o

  11. Fatores de risco para a mortalidade de recém-nascidos de muito baixo peso em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal Factores de riesgo para la mortalidad de recién nacidos de muy bajo peso en Unidad de Terapia Intensiva Neonatal Risk factors for the mortality of very low birth weight newborns at a Neonatal Intensive Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jair Almeida Carneiro

    2012-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar os fatores associados à mortalidade de recém-nascidos de muito baixo peso internados em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de referência no Norte de Minas Gerais, Brasil. MÉTODOS: Estudo transversal baseado na análise de prontuários de uma amostra aleatória de recém-nascidos admitidos em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de janeiro de 2007 a junho de 2010. Foram considerados elegíveis para o estudo recém-nascidos com peso inferior a 1500g, provenientes do bloco obstétrico da própria instituição. Foram identificadas variáveis demográficas maternas, variáveis relacionadas às condições de gestação e parto e variáveis do recém-nascido. A associação entre as variáveis foi aferida por meio do teste do qui-quadrado e Odds Ratio. As variáveis associadas até o nível de 25% (pOBJETIVO: Identificar los factores asociados a la mortalidad de recién nacidos de muy bajo peso, internados en una Unidad de Terapia Intensiva Neonatal de referencia en el Norte de Minas Gerais, Brasil. MÉTODOS: Estudio transversal, basado en el análisis de prontuarios de una muestra aleatoria de recién nacidos admitidos en una Unidad de Terapia Intensiva Neonatal desde enero de 2007 hasta junio de 2010. Fueron considerados elegibles para el estudio los recién nacidos con peso inferior a 1.500g, provenientes del bloque obstétrico de la propia institución. Fueron identificadas variables demográficas maternas, variables relacionadas a las condiciones de gestación y parto y variables del recién nacido. La asociación entre las variables fue verificada por medio de la prueba de chi cuadrado y Odds Ratio. Las variables asociadas hasta el nivel de 25% (pOBJECTIVE: To identify variables associated with mortality among very low birth weight infants admitted to a Neonatal Intensive Care Unit in Minas Gerais, Southeastern Brazil. METHODS: Cross-sectional study based on chart data of a random sample of premature

  12. Diagnósticos de enfermagem em terapia intensiva: mapeamento cruzado e Taxonomia da NANDA-I

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anali Martegani Ferreira

    2016-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: identificar diagnósticos de enfermagem em pacientes hospitalizados em UTI por meio do mapeamento cruzado de termos contidos nas anotações de enfermagem, com a Taxonomia da NANDA-I. Método: estudo exploratório descritivo, mediante análise retrospectiva dos registros de enfermagem em 256 prontuários de pacientes que estiveram hospitalizados na UTI geral de um hospital da fronteira oeste do Rio Grande do Sul. Extraíram-se, dos registros, termos que indicavam condições que demandavam intervenções de enfermagem, realizou-se mapeamento cruzado dos mesmos com os diagnósticos da Taxonomia da NANDA-I e confirmação em grupo focal de enfermeiros. Analisaram-se os dados utilizando-se estatística descritiva. Resultados: identificaram-se 832 termos e expressões que se referiam a 52 diferentes diagnósticos em nove dos 13 domínios da Taxonomia da NANDA-I. Conclusão: este estudo permitiu identificar diagnósticos de enfermagem presentes em pacientes hospitalizados na UTI, trazendo implicações para gestão do cuidado, processo de formação de especialistas na área e sistemas de informação.

  13. Transfusão de concentrado de hemácias na unidade de terapia intensiva Red blood cells transfusion in intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Emanuelle Volpato

    2009-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A anemia é um problema comum na admissão dos pacientes nas unidades de terapia intensiva, sendo a prática de transfusão de concentrado de hemácias uma terapêutica freqüente. As causas de anemia em pacientes críticos que realizam transfusão de concentrado de hemácias são várias: perda aguda de sangue após trauma, hemorragia gastrointestinal, cirurgia, dentre outras. Atualmente, poucos estudos são disponibilizados sobre o uso de hemocomponentes em pacientes sob cuidados intensivos. Embora as transfusões sangüíneas sejam freqüentes em unidades de terapia intensiva, os critérios de manejo otimizados não são claramente definidos, não existindo, inclusive, guidelines específicos. OBJETIVOS: Analisar as indicações clínicas do uso do concentrado hemácia na unidade de terapia intensiva. MÉTODOS: Foram analisados os prontuários dos pacientes internados na unidade de terapia intensiva que realizaram transfusão de concentrado de hemácias no período de 1º de janeiro de 2005 a 31 de dezembro de 2005. O trabalho foi aceito pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL. RESULTADOS: A taxa de transfusão foi de 19,33%, tendo predomínio do gênero masculino. Prevalência de paciente com idade superior ou igual a 60 anos. A taxa de óbitos nos pacientes transfundidos com concentrado de hemácias foi de 38,22%. O critério de indicação de transfusão mais freqüente foi por baixa concentração de hemoglobina (78% com média da hemoglobina pré-transfusional de 8,11g/dl. CONCLUSÕES: Os diagnósticos pré-transfusão mais frequentes são politrauma e sepse/choque séptico. Baixa concentração de hemoglobina é o principal critério clínico com média pré-transfusional de 8,11g/dl.BACKGROUND: The anemia is a common problem upon admission of the patients in the intensive care unit being the red blood cell transfusion a frequent therapeutic. The causes of anemia in critical

  14. Enfermagem e a relação com as mães de neonatos em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariane Thaise Frello

    2012-06-01

    Full Text Available As relações estabelecidas com a enfermagem frente à experiência do nascimento prematuro de um filho influencia a vivência da mulher. O objetivo deste estudo foi delinear a relação entre a equipe de enfermagem e as mães com bebês internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, apresentada em artigos publicados entre 2005 e 2010. Foram utilizadas as bases de dados CINAHL, MEDLINE e LILACS, com estudos publicados entre 2005 e 2010 com os descritores: Neonatal Nursing, Premature, Mothers and Nursing Care, totalizando 21 artigos organizados nas categorias: Fases Enfrentadas pelos Pais durante a Estadia do Bebê na UTIN; Relação entre Enfermeira e Mãe; Suporte da Enfermagem; Descuidado na Relação entre Enfermeira e Mãe e Ações de Educação em Saúde. Os estudos apontam a necessidade das mães por suporte o que inclui apoio emocional, envolvimento nos cuidados ao bebê, disponibilidade para estar e conversar.

  15. Segurança emocional como necessidade humana básica: atuação do enfermeiro junto ao cliente em unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresinha de Jesus Monteiro Espírito Santo

    1985-12-01

    Full Text Available Pesquisa descritiva exploratória que se propõe a investigara atuação do enfermeiro da Unidade de Terapia Intensiva, referenciando como este identifica, diagnostica e resolve os problemas ligados à segurança emocional dos clientes internados. O estudo abrangeu vinte e oito enfermeiros e dez clientes das unidades de três hospitais da Cidade do Rio de Janeiro. A técnica adotada para pesquisa consistiu da observação sistemática não participada. Os resultados obtidos demonstraram que os procedimentos terapêuticos dominantes recaem sobre alterações físicas em detrimento do emocional, evidenciando que o enfermeiro, ao distanciar-se de uma atuação holística, acarretará sérios prejuízos na assistência destes clientes, cuja necessidade humana básica afetada é predominantemente relacionada à segurança emocional.

  16. Auditoria de prontuário: avaliação dos registros de aspiração traqueal em terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Faria Campos

    2008-06-01

    Full Text Available Estudo descritivo, exploratório com abordagem quantitativa, cujo objetivo foi avaliar o registro da aspiração traqueal em Terapia Intensiva realizado pela equipe multiprofissional utilizando-se dos referenciais da auditoria. Para avaliação dos registros foi utilizada análise documental. Foram analisados 21 prontuários. Amostra composta por 37 registros da equipe intensivista. A pesquisa deu-se entre janeiro a maio de 2006, em uma instituição pública do Rio de Janeiro. Dados coletados utilizando-se instrumento do tipo check list. Os registros foram avaliados utilizando-se como parâmetro um barema. Observou-se que 89,6% da equipe de enfermagem e 100% da fisioterapia registram de modo incompleto o procedimento. Foi verificada a falta do registro em 10,4% dos prontuários analisados da equipe de enfermagem e em 100% da medicina. Conclui-se que o registro da aspiração traqueal encontra-se falho, sendo imprescindível que medidas de educação continuada e sensibilização dos profissionais sejam adotadas.

  17. INFECÇÃO URINÁRIA EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: UM INDICADOR DE PROCESSO PARA PREVENÇÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayra Gonçalves Menegueti

    2012-01-01

    Full Text Available Este estudio descriptivo con objetivo de evaluar los factores predisponentes para ocurrencia de Infección del Tracto Urinario en pacientes críticamente enfermos en unidad de terapia intensiva. Se utilizó un indicador de evaluación de las condiciones de manutención del cateterismo vesical de demora, constituido de cinco componentes. La recolección de datos ocurrió entre julio y agosto de 2007, diariamente, por medio de observaciones directas. De 471 observaciones, el componente posicionamiento de la bolsa de recogida obtuvo 100% de adecuación, sistema cerrado de drenaje 99%, flujo de orina sin obstáculos 96%, volumen de orina abajo de dos tercios del nivel de la bolsa de recogida 96% y fijación de la sonda vesical fue atendida en 7%, comprometiendo el indicador evaluado. Los indicadores de proceso son herramientas útiles para la prevención del control de infección, pues permiten evaluaciones sistemáticas de las intervenciones y, consecuentemente, proposiciones de estrategias educativas mejor estructuradas.

  18. Como melhorar a comunicação e prevenir conflitos nas situações de terminalidade na Unidade de Terapia Intensiva How to improve the communication and to prevent the conflicts at terminality situations in Intensive Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachel Duarte Moritz

    2007-12-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A angústia diante do morrer e o maior tempo de permanência dos pacientes críticos nas unidades de terapia intensiva (UTI são fatores que têm levado a necessidade da melhoria da comunicação entre todos os envolvidos no tratamento desses enfermos, o que justifica esse trabalho, que visa a abordagem desse tema. CONTEÚDO: Foi utilizada a experiência da autora e foram revisados, através da MedLine, do UptoDate, do Google e da Revista Brasileira de Terapia Intensiva, os artigos escritos, nos últimos cinco anos, abordando os temas morte, comunicação, UTI. CONCLUSÕES: A adequada comunicação entre o médico, o paciente, seus familiares e a equipe multiprofissional da UTI é um dos principais fatores que interferem na satisfação, tanto dos pacientes quanto daqueles que trabalham nessa unidade. Para a adequada informação o médico intensivista deve ter a consciência dos seus limites terapêuticos curativos e deve aprender a tratar do paciente durante o processo do morrer. Dessa forma sentir-se-á seguro para falar sobre a morte. Seria ideal que o profissional responsável por fornecer a notícias fosse experiente, tanto do ponto de vista técnico quanto ético e que fosse, sempre que possível, o mesmo emissor. O principal envolvido no processo do morrer, pouco poderá influir. Entretanto, caso haja possibilidade de comunicação essa deverá ser realizada de forma simples, honesta e humana. A família do paciente tem o direito de estar ao lado daquele que ama e de ser informada, com constância, sobre a verdade do seu quadro clínico. Todos os atores do processo devem saber a verdade e as linhas terapêuticas escolhidas. A comunicação, idealmente, será efetuada em ambientes tranqüilos e reservados.BACKGROUND AND OBJECTIVES: The suffering with the death and the prolonged time of patient's admission in a intensive care unit (ICU are factors that leads to necessity the best communication with the personal

  19. Biossegurança em uma unidade de terapia intensiva: a percepção da equipe de enfermagem

    OpenAIRE

    Correa, Chistina Feitoza; Donato, Marilurde

    2007-01-01

    O estudo, de cunho descritivo com abordagem qualitativa, teve como objetivos: descrever as medidas de biossegurança adotadas pela equipe de enfermagem durante a assistência prestada em UTI; identificar a percepção da equipe de enfermagem acerca da importância da adoção e implementação de medidas de biossegurança durante esta assistência e analisar as possibilidades de implementação por esta equipe de medidas de biossegurança durante esta assistência. Os dados foram obtidos por meio de observa...

  20. Prevalência de potenciais interações medicamentosas droga-droga em unidades de terapia intensiva Potential drug interactions prevalence in intensive care units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean André Hammes

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Interações medicamentosas ocorrem quando os efeitos e/ou a toxicidade de um fármaco são alterados pela presença de outro. São geralmente imprevistas e indesejáveis. Realizado estudo com objetivo de verificar a prevalência e o valor clínico das interações medicamentosas potenciais em unidades de terapia intensiva. MÉTODOS: Incluídos todos pacientes de três unidades de terapia intensiva em um período de 2 meses, analisados transversalmente. Foram excluídos aqueles com tempo de permanência menor que 2 dias. Os dados foram tabulados de acordo com as combinações de fármacos observadas no período de 24 horas. A presença e o valor clínico das interações medicamentosas potenciais foram conferidos ao final do seguimento. RESULTADOS: Analisados 140 pacientes, 67,1% apresentaram alguma interações medicamentosas potenciais significativa e das 1069 prescrições, 39,2% tiveram este achado. De 188 interações medicamentosas potenciais diferentes, 29 foram consideradas altamente significativas. Por análise univariada, observou-se no grupo que apresentou interação significativa maior quantidade de medicamentos, fármacos/dia, número de médicos prescritores e tempo de internação na unidade de teapia intensiva. Por modelo de regressão logística multivariada, apenas o número de fármacos/dia correlacionou-se com o aumento do risco de interação medicamentosa potencial significativa (p = 0.0011; o uso de mais que 6 medicamentos/dia aumenta em 9.8 vezes este risco. CONCLUSÕES: Pacientes em unidades de terapia intensiva estão submetidos a alto risco de interações medicamentosas potenciais e o número de fármacos/dia é condição com alto valor preditivo positivo para tal. Os intensivistas devem ser alertados para o reconhecimento do problema e criados mecanismos para o manejo adequado e prudente, diminuindo iatrogenias.OBJECTIVES: Drug interactions occur when effects and/or toxicity of a drug are affected by

  1. Privacidade em unidades de terapia intensiva: direitos do paciente e implicações para a enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Baggio

    2011-02-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi compreender as experiências vivenciadas pelos profissionais da enfermagem sobre a privacidade do paciente internado em UTI e suas implicações. Este estudo qualitativo, mediante análise de conteúdo, originou as categorias: Expondo o corpo e a intimidade dos pacientes: atitudes e ações dos profissionais; A intimidade: dificuldades vividas pelos profissionais e reações dos pacientes; Desproteção da intimidade do paciente: contradições que emergem da prática. Os resultados apontam a necessidade dos profissionais repensarem o seu fazer em relação à proteção da privacidade do paciente, por meio de atos/atitudes que transmitam segurança nas ações do cuidado. A preservação da privacidade é direito do paciente e compromisso ético do profissional, conferindo dignidade às pessoas no processo de cuidado na UTI

  2. Studio preliminare sul possibile utilizzo del sistema Uro-Quick per l’esecuzione rapida di antibiogrammi su ceppi provenienti da reparti di terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabetta Pezzati

    2005-06-01

    Full Text Available L’Uro-Quick, un sistema automatizzato ampiamente utilizzato per lo screening delle batteriurie sui campioni d’urina, è stato precedentemente impiegato per la valutazione della sensibilità agli antibiotici negli uropatogeni e per l’identificazione di resistenze ben caratterizzate veicolate da diverse specie batteriche. In questo studio sono stati esaminati utilizzando la metodica classica Kirby-Bauer per la determinazione dell’antibiotico sensibilità patogeni isolati durante il periodo settembre 2003 - marzo 2004 in reparti di terapia intensiva di un grande ospedale italiano e i risultati sono stati confrontati con quelli ottenuti con il nuovo sistema rapido Uro-Quick. L’antibiotico (in concentrazione appropriata è stato introdotto in una cuvetta Uro-Quick contenente 2 ml di Mueller-Hinton brodo, successivamente sono stati addizionati 0.5 ml di sospensione del ceppo da saggiare (5x105 CFU/ml. Una cuvetta priva di farmaco è stata utilizzata come controllo. Dopo 3 o 5 ore di incubazione (per i ceppi Gram-negativi o Gram-positivi rispettivamente i risultati sono stati interpretati nel seguente modo: l’assenza di sviluppo indicava sensibilità, mentre una curva di crescita analoga a quella del controllo rappresentava un ceppo resistente. I microrganismi Gram-negativi sono stati saggiati con ciprofloxacina (CIP, ampicillina (AM, piperacillina (PIP, aztreonam (ATM, amoxicillina-clavulanato (AMC, piperacillina/tazobactam (TZP, imipenem (IPM, ceftazidime (CAZ, cefotaxime (CTX, cefepime (CFP, cefuroxime (CXM, ceftriaxone (CRO, amikacina (AN, gentamicina (GM e trimethoprim-sulfametossazolo (SXT. I Gram-positivi, invece, sono stati saggiati con ciprofloxacina (CIP, clindamicina (CM, eritromicina (E, rifampicina (RA, ampicillina (AM, penicillina (P, oxacillina (OXA, imipenem (IPM, gentamicina (GM, streptomicina (S, tetraciclina (TE, trimethoprim – sulfametazolo (SXT, vancomicina (VA e linezolid (LZD. Sono stati esaminati 197 ceppi Gram

  3. Patient Destination after Discharge from Intensive Care Units: Wards or Intermediate Care Units? Destino del paciente después de recibir el alta médica de la unidad de cuidados intensivos: ¿unidad de internación o intermedia? Destino do paciente após alta da unidade de terapia intensiva: unidade de internação ou intermediária?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Claudia Moreira da Silva

    2010-04-01

    Full Text Available This study characterizes patients hospitalized in Intensive Care Units (ICUs of hospitals that have intermediate units (IU regarding their demographic and clinical data and identifies factors related to discharge from these units. This prospective longitudinal study involved 600 adult patients hospitalized in general ICUs in four hospitals in São Paulo, SP, Brazil. Demographic and clinical characteristics were similar to those found in other studies addressing patients hospitalized in ICUs. Factors associated with discharge from ICU to IU were: age ≥60 years, diseases related to the nervous, circulatory or respiratory systems, originated from the IU, and Simplified Acute Physiologic Score II (SAPS II, Logistic Organ Dysfunction (LODS and Nursing Activities Scores (NAS at admission and discharge from the ICU. Age and risk of death at admission in the ICU, according to SAPS II, stood out as indicators of discharge to IUs in the Multiple Logistic Regression analysis.Este estudio tuvo como objetivos caracterizar a los pacientes internados en unidades de terapia intensiva (UTI de hospitales con unidades intermediarias - en lo que se refiere a los datos demográficos y clínicos - e identificar los factores relacionados con el alta médica para esa unidad. Es estudio prospectivo longitudinal, con 600 pacientes adultos, internados en UTIs generales de cuatro hospitales del municipio de Sao Paulo. En los resultados, las características demográficas y clínicas fueron similares a las descritas en otros estudios sobre pacientes en UTIs. Los factores asociados con el alta hospitalaria para la unidad intermediaria fueron: edad ≥60 años, antecedentes relacionados al sistema nervioso, circulatorio o respiratorio, procedencia de la unidad intermediaria y valores del Simplified Acute Physiologic Score II (SAPS II, Logistic Organ Dysfunction (LODS y Nursing Activities Score (NAS en la admisión y el alta de la UTI. En el análisis de regresión log

  4. Alimentación enteral temprana en el paciente quirúrgico en servicios de terapia intensiva polivalente pediátrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enrique Guzmán Rubín

    1998-03-01

    Full Text Available Se realizó un estudio prospectivo y longitudinal de 23 pacientes quirúrgicos de Terapia Intensiva, de 3 hospitales pediátricos de Cuba, en los cuales la técnica quirúrgica incluía sutura gastrointestinal a cualquier nivel y se le iniciaba la alimentación enteral temprana, independientemente de la vía que se utilizaría, con alimentación enteral líquida, a goteo continuo, en cuanto se restableciera la dinámica intestinal, y se obtuvo disminución en la utilización de la alimentación parenteral, en la estadía, en las complicaciones de la alimentación parenteral, así como de las complicaciones infecciosas nosocomiales a punto de partida de la translocación bacteriana y de la inmunomodulación enteral. De esta manera se lograba acelerar la recuperación, mejorar la evolución del peso, la calidad de vida, disminuir las secuelas y la mortalidad, todo lo cual implicaba disminución de los costos.A prospective longitudinal study of 23 surgical patients from three Cuban Pediatric Hospitals’ Intensive Care Units was carried out. The operative surgery used in these patients was gastrointestinal suture at any level and they were enterally fed. As soon as the intestinal dynamics was re-established, they were given enteral liquid feeding by continuos drip. This led to a reduction in parenteral nutrition, stay at hospital, parenteral nutrition complications, nosocomial infection complications from bacterial translocation, and in enteral inmunomodulation. In this way, quick recovery, improved weight gain, better quality of life, lower sequelae and mortality were reached, all of which resulted in lower costs.

  5. Conseqüências dos erros de medicação em unidades de terapia intensiva e semi-intensiva Consecuencias de los errores de medicaciòn en unidades de cuidados intensivos - semi intensivos Consequences of medical errors in intensive and semi-intensive care units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília Toffoletto

    2006-06-01

    Full Text Available O estudo objetivou caracterizar erros de medicação e avaliar conseqüências na gravidade dos pacientes e carga de trabalho de enfermagem em duas Unidades de Terapia Intensiva (UTI e duas Semi-Intensiva (USI de duas instituições hospitalares do município de São Paulo. A amostra foi constituída por 50 pacientes e os dados obtidos por meio do registro de ocorrências e prontuários, retrospectivamente. A gravidade e carga de trabalho de enfermagem foram avaliadas antes e após o erro. Do total de 52 erros, 12 (23,08% ocorreram por omissão de dose, 11 (21,15% e 9 (17,31% por medicamento e dose erradas, respectivamente. Não houve mudança na gravidade dos pacientes (p=0,316, porém houve aumento na carga de trabalho de enfermagem (p=0,009. Quanto ao grupo de medicamentos envolvidos, potencialmente perigosos e não potencialmente perigosos, não houve diferenças estatisticamente significantes na gravidade (p=0,456 e na carga de trabalho de enfermagem (p=0,264, após o erro de medicação.En el presente estudio se tuvo como objetivo caracterizar errores de medicación y evaluar consecuencias en la gravedad de los pacientes y carga de trabajo de enfermería en dos Unidades de cuidados Intensivos (UCI y dos Semi-Intensivos (USI de dos instituciones hospitalarias del municipio de Sao Paulo. La muestra constituida por 50 pacientes fueron obtenidos por medio del registro de ocurrencias e historias clínicas, retrospectivamente. La gravedad y carga de trabajo de enfermería fueron evaluadas antes y después del error. Del total de 52 errores, 12 (23,08% ocurrieron por omisión de la dosis, 11 (21,15% y 9 (17,31% por medicamento y dosis erradas, respectivamente. No se observó cambio en la gravedad de los pacientes (p=0,316, no obstante hubo aumento en la carga de trabajo de enfermería (p=0,009. En cuanto al grupo de medicamentos involucrados, potencial y no potencialmente peligrosos, no existieron diferencias estadísticamente significativas en

  6. Flora fúngica no ambiente da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica e Neonatal em hospital terciário Environmental fungal flora in Pediatric and Neonatal Intensive Care Units at a tertiary hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Lopes S. de Melo

    2009-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: As infecções nosocomiais são responsáveis por morbidade e mortalidade significativas no período neonatal. Considerando-se a preocupação com a qualidade do ar de áreas críticas como Unidades de Terapia Intensiva (UTI, foi realizado um levantamento da flora fúngica das UTI Pediátrica e Neonatal do Hospital das Clínicas Samuel Libânio, Pouso Alegre (MG, com a finalidade de identificar a presença de fungos potencialmente patogênicos e oportunistas. MÉTODOS: Foram realizadas 30 coletas, que incluíram leitos, incubadoras, janelas, aparelhos de ar condicionado, telefone, estetoscópios, portas e maçanetas. Placas de Agar Sabouraud Dextrose com o material das coletas foram incubadas em temperatura ambiente por 15 dias. A identificação foi baseada nas características macroscópicas no exame direto e em microcultivos. RESULTADOS: Fungos potencialmente patogênicos e toxigênicos foram isolados. A análise quantitativa das colônias revelou a presença de 11 gêneros. Verificou-se que mais de 40% das colônias correspondem ao gênero Penicillium spp, seguido por Cladosporium spp e Chrysosporium spp. CONCLUSÕES: Os fungos encontrados podem apresentar grande potencial de patogenicidade, principalmente em imunodeprimidos. É importante adotar medidas de controle ambiental, como assepsia dos equipamentos, controle da presença de visitantes, lavagem das mãos pelos funcionários e troca de filtros de ar condicionado.OBJECTIVE: Nosocomial infections lead to significant morbidity and mortality in the neonatal period. Considering the concern regarding air quality in critical hospital areas, such as Intensive Care Units (ICU, this study aims to identify the presence of potentially pathological fungi in the Pediatric and Neonatal Intensive Care Unit of the Samuel Libânio Hospital in Pouso Alegre, Minas Gerais, Brazil. METHODS: Thirty samples were collected in the following areas: surface of beds, incubators, windows, air

  7. Nursing Activities Score e demanda de trabalho de enfermagem em terapia intensiva Nursing Activities Score y demanda de trabajo de enfermería em cuidados intensivos Nursing Activities Score and demand of nursing work in intensive care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Illoma Rossany Lima Leite

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Medir e caracterizar a carga de trabalho de enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva (UTI por meio da aplicação do Nursing Activities Score (NAS. MÉTODOS: Estudo descritivo quantitativo, retrospectivo, realizado em uma das UTIs de um Hospital Filantrópico de Teresina- PI, de setembro a outubro de 2010, com amostra de 66 pacientes. Foram realizadas 285 medidas do escore NAS. RESULTADOS: Quanto à carga de trabalho de enfermagem, foi verificada uma média do escore total do NAS de 68,1% (51,5% e 108,3%, correspondendo à porcentagem de tempo gasto pelo profissional de enfermagem na assistência direta ao paciente nas 24 horas. Houve correlação estatística entre NAS e desfecho clínico (p= 0,001. Já entre NAS e tempo de internação (p= 0,073 e NAS e idade (p=0,952, não houve significância estatística. CONCLUSÃO: Os resultados mostraram que os pacientes apresentaram elevada necessidade de cuidados, refletida pela média elevada do NAS.OBJETIVO: Medir y caracterizar la carga de trabajo de enfermería en una Unidad de Cuidados Intensivos (UCI por medio de la aplicación del Nursing Activities Score (NAS. MÉTODOS: Estudio descriptivo cuantitativo, retrospectivo, realizado en una de las UCIs de un Hospital Filantrópico de Teresina-PI, de setiembre a octubre del 2010, con una muestra de 66 pacientes. Se realizaron 285 medidas del score NAS. RESULTADOS: En cuanto a la carga de trabajo de enfermería, se verificó una media del score total del NAS del 68,1% (51,5% e 108,3%, correspondiendo al porcentaje de tiempo gastado por el profesional de enfermería en la asistencia directa al paciente en las 24 horas. Hubo correlación estadística entre NAS y deshecho clínico (p= 0,001. Ya entre NAS y tiempo de internamiento (p= 0,073 y NAS y edad (p=0,952, no hubo significancia estadística. CONCLUSIÓN: Los resultados mostraron que los pacientes presentaron elevada necesidad de cuidados, reflejada por la elevada media del NAS

  8. Diarréia nosocomial em unidade de terapia intensiva: incidência e fatores de risco Nosocomial diarrhea in the intensive care unit: incidence and risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérvulo Luiz Borges

    2008-06-01

    Full Text Available RACIONAL: Diarréia nosocomial parece ser comum em unidades de terapia intensiva, embora sua epidemiologia seja pouco documentada em nosso meio. OBJETIVO: Determinar a incidência e fatores de risco de diarréia entre pacientes adultos internados em unidade de terapia intensiva. MÉTODOS: Foram incluídos prospectivamente 457 pacientes no período entre outubro de 2005 e outubro de 2006. Dados demográficos, clínicos e bioquímicos, bem como aspecto e número de evacuações eram registrados diariamente até a saída do paciente do setor. RESULTADOS: Diarréia ocorreu em 135 (29,5% pacientes, durando em média 5,4 dias. O tempo do seu início em relação à internação foi de 17,8 dias e casos similares de diarréia no mesmo período foram registrados em 113 (83,7% pacientes. A mortalidade hospitalar foi maior nos pacientes com diarréia do que naqueles sem esta intercorrência. Na análise multivariada através de modelo de regressão logística, apenas o número de antibióticos (OR 1,65; IC 95% = 1,39-1,95 e o número de dias de antibioticoterapia (OR 1,16; IC 95% = 1,12-1,20 associaram-se estatisticamente com a ocorrência de diarréia. Cada dia de acréscimo a mais da antibioticoterapia aumentou em 16% o risco de diarréia (IC 12% a 20%, enquanto a adição de um antibiótico a mais ao esquema antimicrobiano aumentou as chances de ocorrência de diarréia em 65% (IC 39% a 95%. CONCLUSÃO: A incidência de diarréia nosocomial na unidade de terapia intensiva é elevada (29,5%. Os principais fatores de risco para sua ocorrência foram número de antibióticos prescritos e duração da antibioticoterapia. Além das precauções entéricas, a prescrição judiciosa e limitada de antimicrobianos, provavelmente reduzirá a ocorrência de diarréia neste setor.BACKGROUND: Nosocomial diarrhea seems to be common at intensive care units, although its epidemiology be poorly documented in Brazil. AIM: To determine the incidence and risk factors of

  9. Avaliação de dispositivos médicos nas radiografias de tórax em unidades de terapia intensiva - tempo de prestar atenção!

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Sofia Linhares Moreira

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Identificar e avaliar o posicionamento correto dos dispositivos médicos mais comumente utilizados, observados nas radiografias de tórax de pacientes durante a permanência em unidade de terapia intensiva de nosso centro. Métodos: Foi realizada uma pesquisa bibliográfica quanto aos critérios utilizados para avaliar o posicionamento correto dos dispositivos médicos nas radiografias de tórax. Avaliamos todas as radiografias de tórax realizadas na unidade de terapia intensiva de nosso centro durante um período de 18 meses. Incluíram-se todas as admissões nas quais foi realizada uma radiografia do tórax na unidade de terapia intensiva, nas quais fosse identificável a presença de pelo menos um dispositivo médico. Para análise, selecionou-se uma radiografia por admissão. As radiografias foram avaliadas por um observador independente. Resultados: De um total de 2.312 radiografias analisadas, 568 foram incluídas neste estudo. Identificaram-se diversos dispositivos médicos, incluindo eletrodos de monitoramento, tubos endotraqueais, cânulas de traqueostomia, cateteres venosos centrais, marca-passos e próteses valvares cardíacas. Dentre os cateteres venosos centrais identificados, 33,6% dos subclávios e 23,8% dos jugulares estavam mal posicionados. Dentre os tubos endotraqueais, 19,9% estavam mal posicionados, enquanto todas as cânulas de traqueostomia tinham posicionamento correto. Conclusão: Frequentemente se identificam, na radiografia de tórax realizada em pacientes na unidade de terapia intensiva, cateteres venosos e tubos endotraqueais mal posicionados. Isso é importante, pois dispositivos mal posicionados podem se relacionar a eventos adversos. Estudos futuros devem investigar possíveis associações entre o mau posicionamento dos dispositivos e eventos adversos.

  10. Perfil epidemiológico de dezesseis anos de uma unidade de terapia intensiva pediátrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Einloft

    2002-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar e descrever os dados epidemiológicos dos pacientes admitidos em uma unidade de terapia pediátrica brasileira (UTIP e compará-los aos aspectos clínicos associados aos índices de gravidade e mortalidade. Descrever as características desses pacientes, incluindo os dados demográficos, prevalência de doenças, índices de mortalidade e fatores associados. MÉTODOS: Os dados foram coletados retrospectivamente de todos os pacientes admitidos na UTIP de um hospital universitário entre 1978 e 1994. Os dados foram expressos em percentagens e comparados pelo teste qui-quadrado, calculando-se o risco relativo (RR com um intervalo de confiança de 95%, considerando-se um p<0,05. RESULTADOS: Foram selecionados 13.101 pacientes - em sua maioria meninos (58,4% - com doença clínica (73,1%, menores de 12 meses de idade (40,4% e eutróficos (69,5%. O índice geral de mortalidade foi de 7,4%. Os pacientes menores de 12 meses de idade mostraram um RR de 1,86 (CI 1,65-2,10; p<0,0001, enquanto que a desnutrição mostrou um RR de 2,98 (IC 2,64-3,36; p<0,0001. CONCLUSÕES: O levantamento epidemiológico mostrou que a mortalidade é maior entre desnutridos e menores de 12 meses de idade. A sepse foi a principal causa de morte.

  11. Perfil e prognóstico a longo prazo dos pacientes que recebem terapia insulínica em unidades de terapia intensiva clínico-cirúrgica: estudo de coorte Profile and long-term prognosis of glucose tight control in intensive care unit - patients: a cohort study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Inês Boff

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Hiperglicemia induzida por estresse ocorre com freqüência em pacientes criticamente doentes e tem sido associada a aumento de mortalidade e morbidade tanto em pacientes diabéticos, quanto em não diabéticos. O objetivo deste estudo foi avaliar o perfil e prognóstico a longo prazo dos pacientes críticos que recebem terapia insulínica contínua na unidade de terapia intensiva. MÉTODOS: Coorte prospectiva, em que foram estudados os pacientes internados na unidade de terapia intensiva no período de 1 ano. Foram analisadas variáveis demográficas, escores de gravidade e o prognóstico a curto na unidade de terapia intensiva, e a longo prazo (2 anos da alta da unidade de terapia intensiva. Os pacientes foram classificados em 2 grupos: pacientes que receberam terapia insulínica contínua para controle glicêmico indicada pela equipe da unidade de terapia intensiva e pacientes que não receberam terapia insulínica. RESULTADOS: Dos 603 pacientes incluídos no estudo, 102 (16,9% receberam terapia insulínica contínua, objetivando níveis glicêmicos OBJECTIVES: Stress-induced hyperglycemia is frequent in critically ill patients and has been associated with increased mortality and morbidity (both in diabetic and non-diabetic patients. This study objective was to evaluate the profile and long-term prognosis of critically ill patients undergoing tight glucose-control. METHODS: Prospective cohort. All patients admitted to the intensive care unit over 1-year were enrolled. We analyzed demographic data, therapeutic intervention, and short- (during the stay and long-term (2 years after discharge mortality. The patients were categorized in 2 groups: tight glucose control and non-tight glucose-control, based on the unit staff decision. RESULTS: From the 603 enrolled patients, 102 (16.9% underwent tight control (glucose <150 mg/dL while 501 patients (83.1% non-tight control. Patients in the TGC-group were more severely ill than those in the

  12. Proteção pulmonar: intervenção para reduzir o volume corrente em uma unidade de terapia intensiva de ensino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arturo Briva

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Determinar o efeito do fornecimento de comentários e educação, com relação ao uso do peso corpóreo previsto para ajuste do volume corrente em uma estratégia de ventilação de proteção pulmonar. Métodos: O estudo foi realizado entre outubro de 2014 e novembro de 2015 (12 meses em uma única unidade de terapia intensiva polivalente universitária. Desenvolvemos uma intervenção combinada (educação e comentários, dando particular atenção à importância do ajuste dos volumes correntes para o peso corpóreo previsto ao pé do leito. Paralelamente, o peso corpóreo previsto foi estimado com base na estatura calculada a partir da altura dos joelhos e incluído nas fichas clínicas. Resultados: Foram incluídos 151 pacientes. O peso corpóreo previsto avaliado pela altura dos joelhos, em vez de avaliação visual, revelou que o volume corrente fornecido era significantemente mais elevado do que o previsto. Após a inclusão do peso corpóreo previsto, observamos redução sustentada do volume corrente fornecido, de uma média (erro padrão de 8,97 ± 0,32 para 7,49 ± 0,19mL/kg (p < 0,002. Mais ainda, a adesão ao protocolo foi subsequentemente mantida durante os 12 meses seguintes (volume corrente fornecido de 7,49 ± 0,54 em comparação a 7,62 ± 0,20mL/kg; p = 0,103. Conclusão: A falta de um método confiável para estimar o peso corpóreo previsto é um problema importante para a aplicação de um padrão mundial de cuidados durante a ventilação mecânica. Uma intervenção combinada, que se baseou em educação e fornecimento continuado de comentários, promoveu uma redução sustentada do volume corrente durante o período do estudo (12 meses.

  13. Caracterização clínica dos pacientes sob ventilação mecânica internados em unidade de terapia intensiva / Clinical characterization of patients under mechanical ventilation in an intensive therapy unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Llima Ribeiro

    2018-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Descrever as características clínicas de pacientes sob ventilação mecânica internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI. Métodos: Estudo transversal e quantitativo, com amostra de 90 pacientes internados em um hospital referência em atendimento de doenças cardiopulmonares, situado na cidade de Fortaleza/Ceará. Coleta de dados realizada em outubro de 2016 através de um instrumento estruturado. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Intituição sob o protocolo CAAE- 53956816.2.0000.5052. Resultados: Observou-se que 56,7% eram do sexo feminino, na faixa etária de 50 a 59 anos (59%. Os principais motivos de internação foram as doenças cardiovasculares (53,3%; 88,9% utilizaram antibioticoterapia; 34,4% apresentaram pneumonia associada à ventilação mecânica; 80% utilizaram drogas vasoativas e apenas 25,6% realizaram traqueostomia após a internação 36,7%. Conclusão: O paciente crítico possui peculiaridades que exige do enfermeiro um planejamento das ações de cuidados que vise à redução de possíveis complicações graves e letais.  Descritores: Ventilação Mecânica,Unidades de Terapia Intensiva, Enfermagem. ABSTRACT Objective: Lo describe the clinical characteristics of patients under mechanical ventilation admitted to the Intensive Care Unit (ICU. Methods: A cross - sectional and quantitative study with a sample of 90 patients admitted to a referral hospital for cardiopulmonary diseases, located in the city of Fortaleza / Ceará. Data collection conducted in October 2016 through a structured instrument. The study was approved by the Institutional Research Ethics Committee under protocol CAAE-53956816.2.0000.5052. Results: It was observed that 56.7% were female, in the age group of 50 to 59 years (59%. The main reasons for hospitalization were cardiovascular diseases (53.3%; 88.9% used antibiotic therapy; 34.4% presented pneumonia associated with mechanical ventilation; 80% used

  14. Mecânica pulmonar de pacientes em suporte ventilatório na unidade de terapia intensiva. Conceitos e monitorização Concepts and monitoring of pulmonary mechanic in patients under ventilatory support in intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Antonio Faustino

    2007-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Em ventilação mecânica invasiva e não-invasiva, o conhecimento da fisiologia da mecânica respiratória, é imprescindível para tomada de decisões e no manuseio eficiente dos ventiladores modernos. A monitorização dos parâmetros da mecânica pulmonar é recomendada nos trabalhos de revisão e de pesquisas clínicas. O objetivo deste estudo foi rever os conceitos de mecânica pulmonar e os métodos utilizados para obtenção de medidas à beira do leito, enfatizando três parâmetros: resistência, complacência e PEEP intrínseca. MÉTODO: Foi realizada revisão bibliográfica através dos bancos de dados LILACS, MedLine e PubMed, no período de 1996 a 2006. RESULTADOS: Esta revisão abordou os parâmetros de resistência, complacência pulmonar e PEEP intrínseca como fundamentais na compreensão da insuficiência respiratória aguda e suporte ventilatório mecânico, principalmente na doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC e na síndrome da angústia respiratória aguda (SARA. CONCLUSÕES: A monitorização da mecânica pulmonar em pacientes sob ventilação mecânica em unidade de terapia intensiva (UTI pode fornecer dados relevantes e deve ser implementada de forma sistemática e racional.BACKGROUND AND OBJECTIVES: In mechanical ventilation, invasive and noninvasive, the knowledge of respiratory mechanic physiology is indispensable to take decisions and into the efficient management of modern ventilators. Monitoring of pulmonary mechanic parameters is been recommended from all the review works and clinical research. The objective of this study was review concepts of pulmonary mechanic and the methods used to obtain measures in the bed side, preparing a rational sequence to obtain this data. METHODS: It was obtained bibliographic review through data bank LILACS, MedLine and PubMed, from the last ten years. RESULTS: This review approaches parameters of resistance, pulmonary compliance and intrinsic PEEP

  15. Interação medicamentosa: conhecimento de enfermeiros das unidades de terapia intensiva Interacción medicamentosa: conocimiento de enfermeros de las unidades de cuidados intensivos Medication interaction: knowledge of nurses in intensive care units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Márcia Pereira de Faria

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o conhecimento das interações medicamentosas (IMde enfermeiros que atuam em unidades de terapia intensiva de adultos, de três hospitais públicos de Goiás. MÉTODOS: Estudo descritivo, transversal. População 64 e amostra, 51 enfermeiros. Construiu-se um instrumento de coleta de dados, utilizando informações da base de dados MICROMEDEX®. RESULTADOS: Sobre o conhecimento de IM e manejo clínico, houve uma relação de acertos e erros de, aproximadamente, 50% dos enfermeiros. As duplas de medicamentos que os enfermeiros mais acertaram foram relativas a medicamentos com ação sedativa e analgésica e as que apresentaram mais erros, foram as de ação anti-infecciosa e anti-hipertensiva. CONCLUSÃO: É necessário sensibilizar autoridades e profissionais sobre a importância das IM na UTI e implementar ações para a segurança dos pacientes na terapêutica medicamentosa.OBJETIVO: Evaluar el conocimiento de las interacciones medicamentosas (IM de enfermeros que actúan en unidades de cuidados intensivos de adultos, de tres hospitales públicos de Goiás. MÉTODOS: Estudio descriptivo, transversal. Población 64 y muestra 51 enfermeros. Se construyó un instrumento de recolección de datos, utilizando informaciones de la base de datos MICROMEDEX®. RESULTADOS: Sobre el conocimiento de IM y manejo clínico, hubo una relación de aciertos y errores de, aproximadamente el 50% de los enfermeros. El par de medicamentos que los enfermeros aciertan más fueron los relativos a medicamentos con acción sedante y analgésica y los que presentaron más errores, fueron los de acción anti-infecciosa y anti-hipertensiva. CONCLUSIÓN: Es necesario sensibilizar a las autoridades y profesionales sobre la importancia de las IM en la UCI e implementar acciones para la seguridad de los pacientes en la terapéutica medicamentosa.OBJECTIVE: To evaluate adult intensive care unit (ICU nurses' knowledge of medication interactions (IM in three

  16. Neonatal and pediatric intensive care in Rio de Janeiro State, Brazil: an analysis of bed distribution, 1997 and 2007 Terapia intensiva neonatal e pediátrica no Rio de Janeiro, Brasil: distribuição de leitos e análise comparativa de equidade em 1997 e 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arnaldo Prata Barbosa

    2011-01-01

    Full Text Available The objective of this study was to describe the characteristics of neonatal and pediatric intensive care units (ICU and beds in Rio de Janeiro, correlating with population demands in 1997 and 2007. All neonatal and pediatric ICUs were visited, identifying the availability and type of beds. Comparisons were made between: supply and demand using projected need for beds for the population; public and private ICUs; and geographical regions. In 2007, 95 units were included totaling 1,094 beds (74 units and 1,080 beds in 1997: 51% public and 48% private (47% and 52% in 1997; 47% neonatal, 18% pediatric and 35% mixed units. Most units were located in the metropolitan area. The distribution of public and private beds was similar in the metropolitan area in both periods; in the interior, public beds tripled. Access has improved, mainly in the interior, but there is still no equity in the distribution of and accessibility to the available beds, with a shortage in the public sector, an excess in the private sector, and a great concentration in the metropolitan area.Descrever as características das unidades de terapia intensiva (UTI neonatais e pediátricas e leitos no Rio de Janeiro, Brasil, correlacionando com demandas da população em 1997 e 2007. UTIs neonatais e pediátricas foram visitadas, identificando-se o tipo e disponibilidade de leitos. Foram feitas comparações entre: a oferta e a demanda projetada da necessidade de leitos para a população, a natureza pública ou privada das UTIs e regiões geográficas. Em 2007, 95 unidades foram incluídas, totalizando 1.094 leitos (74 e 1.080 leitos em 1997: 51% públicas e 48% privadas (47% e 52% em 1997; 47% neonatais, 18% pediátricas e 35% mistas. A maioria estava localizada na região metropolitana. A distribuição dos leitos públicos e privados foi semelhante na região metropolitana em ambos os períodos, no interior os públicos triplicaram. O acesso melhorou, principalmente no interior, mas

  17. Condition of cleanliness of surfaces close to patients in an intensive care unit Condiciones de limpieza de superficies próximas al paciente en una unidad de terapia intensiva Condições de limpeza de superfícies próximas ao paciente, em uma unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Menis Ferreira

    2011-06-01

    Full Text Available Surface cleaning is a well-known control procedure against the dissemination of microorganisms in the hospital environment. This prospective study, carried out in an intensive care unit over the course of 14 days, describes the cleaning/disinfection conditions of four surfaces near patients. In total, 100 assessments of the surfaces were carried out after they were cleaned. Three methods were used to evaluate cleanliness: a visual inspection, an adenosine triphosphate (ATP bioluminescence assay and testing for the presence of Staphylococcus aureus and meticillin-resistant Staphylococcus aureus/MRSA. Respectively, 20%, 80% and 16% of the assessments by the visual method, ATP and the presence of Staphylococcus aureus/MRSA failed. There were statistically significant differences (pLa limpieza de las superficies es reconocidamente una medida de control de la diseminación de microorganismos en el ambiente hospitalario. Este estudio prospectivo, realizado en una unidad de terapia intensiva, durante 14 días, tuvo como objetivo describir las condiciones de limpieza/desinfección de cuatro superficies próximas al paciente. Cien evaluaciones de las superficies fueron realizadas después del proceso de limpieza. Se utilizaron tres métodos para evaluar la limpieza: inspección visual, adenosín trifosfato (ATP bioluminiscencia y presencia de Staphylococcus aureus/MSRA. Respectivamente, 20%, 80% y 16% de las evaluaciones por los métodos: visual, ATP y presencia de Staphylococcus aureus/MSRA, fueron consideradas reprobadas. Hubo diferencias estadísticamente significativas (pA limpeza das superfícies é reconhecidamente medida de controle da disseminação de microrganismos no ambiente hospitalar. Este estudo prospectivo, realizado em uma unidade de terapia intensiva, durante 14 dias, teve como objetivo descrever as condições de limpeza/desinfecção de quatro superfícies próximas do paciente. Cem avaliações das superfícies foram realizadas ap

  18. Sistematização da Assistência de Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva sustentada pela Teoria de Wanda Horta Sistematización de la asistencia de enfermería en una unidad de terapia intensiva basada en la Teoría de Wanda Horta Nursing care systematization at the intensive care unit (ICU based on Wanda Horta's theory

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcia Nazareth Amante

    2009-03-01

    Full Text Available O objetivo foi implementar a Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE, tendo como referencial a Teoria das Necessidades Humanas Básicas de Wanda de Aguiar Horta e o Diagnóstico de Enfermagem da North American Nursing Diagnosis Association (NANDA, partindo da avaliação do conhecimento da equipe de enfermagem sobre a SAE e incluindo a sua participação nesse processo. É uma pesquisa-ação de cunho qualitativo, realizada na Unidade de Terapia Intensiva de um Hospital da cidade de Brusque, Santa Catarina, de outubro de 2006 a março de 2007. Pode-se perceber que os profissionais da enfermagem sabem pouco sobre a SAE, porém possuem grande interesse em aprender e desenvolvê-la em sua prática diária. Conclui-se que foi possível realizar uma sistematização de assistência de fácil aplicação, através da utilização de impressos simples que forneceram todas as informações necessárias para o desenvolvimento qualificado do cuidado de enfermagem.El objetivo fue implementar la Sistematización de la Asistencia de Enfermería (SAE utilizando como marco teórico la Teoría de las Necesidades Humanas Básicas de Wanda de Aguiar Horta y el Diagnóstico de Enfermería de la North American Nursing Diagnosis Asociation (NANDA, partiendo de la evaluación del conocimiento del equipo de enfermería sobre la SAE e incluyendo su participación en ese proceso. Se trata de una investigación de tipo cualitativo, realizada en la Unidad de Terapia Intensiva de un Hospital de la ciudad de Brusque, en el estado de Santa Catarina, en los meses de octubre de 2006 a marzo de 2007. Se puede percibir que los profesionales de enfermería saben poco sobre la SAE; sin embargo poseen un gran interés en aprenderla y desarrollarla en su práctica diaria. Se concluye que fue posible realizar una sistematización de la asistencia de fácil aplicación, a través de la utilización de folletos simples que ofrecen todas las informaciones necesarias para el

  19. Promoção de vínculo afetivo na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal: um desafio para as enfermeiras Promoción de vínculo afectivo en la Unidad de Terapia Intensiva Neonatal: un desafío para las enfermeras Promoting affective attachment at the neonatal intensive care unit: a challenge for nurses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudete Aparecida Conz

    2009-12-01

    Full Text Available As observações do cotidiano na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIn, as reflexões sobre a dicotomia entre a teoria, o discurso e o modo de atuação de muitos enfermeiros junto aos pais dos recém-nascidos, suscitaram-nos inquietações que nos levaram a desenvolver este estudo, com os objetivos de conhecer a vivência da enfermeira no cuidado ao recém-nascido e aos seus pais na UTIn e compreender como as enfermeiras vivenciam o processo de vínculo afetivo entre recém-nascidos internados em UTIn e seus pais. Realizamos a pesquisa de acordo com a abordagem da fenomenologia social de Alfred Schütz. Os sujeitos do estudo foram oito enfermeiras assistenciais, com experiências em UTIn de hospitais públicos e privados. Dentre as categorias concretas do vivido, que emergiram dos discursos, destacamos o Contato Humano. Os resultados da análise mostraram que as enfermeiras percebem-se como elo de aproximação entre filhos e pais e acreditam que exercem papel importante na formação de vínculo afetivo entre eles.Las observaciones de lo cotidiano en la Unidad de Terapia Intensiva Neonatal (UTIn, las reflexiones sobre la dicotomía entre la teoría, el discurso y el modo de actuación de muchos enfermeros junto a los padres de los recién nacidos, nos suscitaron inquietudes que nos llevaron a desarrollar este estudio, con los objetivos de conocer la vivencia de la enfermera en el cuidado al recién nascido y a sus padres en la UTIn y comprender como las enfermeras experimentan el proceso de vínculo afectivo entre recién nascidos internados en UTIn y sus padres. Realizamos la investigación de acuerdo con el abordaje de la fenomenología social de Alfred Schütz. Los sujetos del estudio fueron ocho enfermeras asistenciales, con experiencias en UTIn de hospitales públicos y privados. Entre las categorías concretas de lo vivido, que emergieron de los discursos, destacamos el Contacto Humano. Los resultados del análisis mostraron que

  20. Noise at the Neonatal Intensive Care Unit and inside the incubator Ruido en la Unidad de Terapia Intensiva Neonatal y en el interior de la incubadora Ruído na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e no interior da incubadora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Moreira Pinheiro

    2011-10-01

    Full Text Available The goal was to identify sound pressure level (SPL at the neonatal intensive care unit (NICU and inside the incubator of a teaching hospital of a public university from São Paulo - SP, Brazil. SPL inside the NICU and the incubator were measured using four dosimeters in January/2010. SPL at the NICU varied from 52.6 dBA to 80.4 dBA and inside the incubator, from 45.4 dBA to 79.1 dBA. SPL both at the NICU and inside the incubator are above the recommended values, but levels were higher at the NICU than inside the incubator. Although there are some specific factors related to SPL inside the incubator, the NICU and incubator acoustic features present a system: an increase/decrease in SPL at the NICU usually tends to increase/decrease SPL inside the incubator. The study points to the need for simultaneous monitoring of SPL at the NICU and inside the incubator.Se tuvo por objetivo identificar el nivel de presión sonora (NPS de la Unidad de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN y del interior de la incubadora de un hospital escuela de una universidad pública de Sao Paulo-SP, Brasil. El NPS de la UTIN y de la incubadora fueron obtenidos por cuatro dosímetros en enero de 2010. El NPS de la UTIN varió entre 52,6 dBA y 80,4 dBA y el del interior de la incubadora fue de 45,4dBA a 79,1dBA. Tanto el NPS de la UTIN como el del interior de la incubadora son mayores que lo que recomendado, siendo más altos en la UTIN que en la incubadora. A pesar de que existen algunos factores específicos relacionados al NPS en el interior de la incubadora, los perfiles acústicos de la UTIN y de la incubadora son como un sistema, es decir: la elevación/reducción del NPS de la UTIN generalmente tiende a elevar/reducir el NPS en el interior de la incubadora. Se concluye que muy importante la monitorización simultánea del NPS de la UTIN y del interior de la incubadora.Este trabalho teve por objetivo identificar o nível de pressão sonora (NPS da Unidade de Terapia

  1. Experiência existencial de mães de crianças hospitalizadas em Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica Experiencia existencial de madres de niños hospitalizados en Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica Existetial experienc of mothers of hospitalized children in intensive pediatric care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilvânia Smith da Nóbrega Morais

    2009-09-01

    Full Text Available Este estudo tem como objetivo compreender a experiência existencial de mães de crianças hospitalizadas em Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, consubstanciada na Teoria Humanística de Enfermagem. O cenário da investigação foi uma UTIP de um hospital público. Participaram do trabalho cinco mães de crianças hospitalizadas na referida unidade. Os dados foram analisados com base nas cinco fases da Enfermagem Fenomenológica. A partir dos discursos expressos durante a coleta de dados, emergiram as seguintes temáticas: a relação vivenciada entre as mães e os profissionais de enfermagem no momento da admissão e ao longo da hospitalização da criança na UTIP; e mães vivenciando sentimentos de medo, desespero e solidão diante do adoecimento do filho. O presente estudo ressalta a complexidade de que se reveste uma abordagem centrada nas genitoras e subsidia um novo olhar no âmbito da assistência, do ensino e da pesquisa em enfermagem.Este estudio tiene como objetivo comprender la experiencia existencial de madres de niños hospitalizados en Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP. Se trata de una investigación de naturaleza cualitativa basada en la Teoría Humanística de Enfermería. El escenario de la investigación fue una UTIP de un hospital público. Participaron del trabajo cinco madres de niños hospitalizados en la referida unidad. Los datos fueron analizados con base en las cinco fases de la Enfermería Fenomenológica. A partir de los discursos expresados durante la recolección de datos emergieron las siguientes temáticas: la relación experimentada entre las madres y los profesionales de enfermería en el momento de la admisión y a lo largo de la hospitalización del niño en la UTIP; madres experimentando sentimientos de miedo, desesperación y soledad delante de la enfermedad del hijo. El presente estudio resalta la complejidad de que se reviste un

  2. Avaliação do delírio em pacientes pós-operatórios: validação da versão portuguesa da Nursing Delirium Screening Scale na terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Abelha

    2013-12-01

    Full Text Available EXPERIÊNCIA E OBJETIVOS: O objetivo desse estudo foi validar a versão portuguesa da escala Nursing Delirium Screening Scale (Nu-DESC para uso em anbientes de terapia intensiva. MÉTODOS: Simultânea e independentemente, avaliamos para ocorrência de delírio todos os pacientes pós-operatórios internados em uma Unidade de Terapia Intensiva Cirúrgica (UTIC ao longo de um período de um mês, utilizando as versões portuguesas de Nu-DESC e da escala Intensive Care Delirium Screening Checklist (ICDSC dentro de 24 horas a contar da internação, tanto pelo médico da equipe de pesquisa como pelo enfermeiro diretamente encarregado do paciente. Determinamos a acurácia diagnóstica de Nu-DESC utilizando análises de sensibilidade, especificidade e da curva ROC. Avaliamos a confiabilidade entre enfermeiros/médico da equipe de pesquisa para Nu-DESC pelo coeficiente de correlação intraclasse (CCI. Avaliamos concordância e confiabilidade entre Nu-DESC e ICDSC por percentuais globais e específicos de concordância, e por estatística kappa. RESULTADOS: Com base na escala ICDSC, diagnosticamos delírio em 12 dos 78 pacientes. Para o escore Nu-DESC total, consideramos como alta a confiabilidade entre enfermeiros/médico da equipe. Quanto ao diagnóstico, consideramos perfeita a concordância entre enfermeiros e médico da equipe. O percentual de concordância global entre Nu-DESC e ICDSC para o diagnóstico de delírio foi 0,88, e kappa variou de 0,79 a 0,93. A sensibilidade da escala Nu-DESC foi 100%, e a especificidade, 86%. CONCLUSÕES: A versão portuguesa da escala Nu-DESC parece ser instrumento de avaliação e monitoramento acurado e confiável para o diagnóstico de delírio em ambientes de terapia intensiva.

  3. Relações e interações no ambiente de cuidados em Unidade de Terapia Intensiva Relaciones e interacciones en el ambiente de cuidados en una Unidad de Cuidados Intensivos Relationships and interactions in the Intensive Care Unit environment of care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli Terezinha Stein Backes

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Discutir as relações e interações do ambiente de cuidados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI. MÉTODOS: Estudo de abordagem qualitativa foi fundamentado na "Grounded Theory". Foram entrevistados 47 sujeitos diferenciados de três UTIs Adulto, localizadas em Florianópolis/SC, Santa Maria/RS e Pelotas/RS, entre junho de 2009 e setembro de 2010. RESULTADOS: Neste estudo, são apresentadas e discutidas duas categorias: "A rede de apoio, a ordem/desordem e perturbações no ambiente de UTI"; "Convivendo com certezas, incertezas e contradições no ambiente de UTI". CONCLUSÃO: Considera-se necessário compreender o ambiente de UTI a partir de uma visão sistêmica. E isso significa acolher a circularidade e dinamicidade de ordem-desordem-organização que continuamente (re alimentam as relações e interações humanas e profissionais nesse ambiente.OBJETIVO: Discutir las relaciones e interacciones del ambiente de cuidados en una Unidad de Cuidados Intensivos (UTI. MÉTODOS: Estudio de abordaje cualitativo fundamentado en la "Grounded Theory". Entrevistamos a 47 personas en tres unidades de cuidados intensivos de adultos diferente, localizadas en Florianópolis/SC, Santa Maria/RS y Pelotas/RS, entre junio de 2009 y setiembre de 2010. RESULTADOS: En este estudio, se presentan y discuten dos categorías: "La red de apoyo, el orden/desorden y perturbaciones en el ambiente de UCI" y "Conviviendo con certezas, incertidumbres y contradicciones en el ambiente de UCI". CONCLUSIÓN: Se considera necesario comprender el ambiente de UCI a partir de una visión sistémica. Y eso significa acoger la circularidad y dinamicidad de orden-desorden-organización que continuamente (re alimentan las relaciones e interacciones humanas y profesionales en ese ambiente.OBJECTIVE: To discuss relationships and interactions in the Intensive Care Unit's (ICU environment of care. METHODS: A qualitative study that was based on grounded theory. We interviewed 47

  4. Proteção renal na unidade de terapia intensiva cirúrgica Renal protection in a surgical intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Moraes dos Santos

    2006-09-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A disfunção renal peri-operatória é importante causa de aumento de morbimortalidade. Com o aumento da expectativa de vida, pacientes mais idosos e com maior números de co-morbidades estão sendo submetidos à procedimentos cirúrgicos de alto risco, o que torna as práticas da proteção orgânica possíveis modificadoras de prognóstico a curto e longo prazo. Nesse contexto, esta revisão sobre a proteção renal na unidade de terapia intensiva cirúrgica objetivou destacar os fatores de riscos peri-operatórios e discutir as atuais evidências científicas direcionadas para a diminuição da disfunção renal peri-operatória. CONTEÚDO: Apesar da baixa extração e adequada reserva renal de oxigênio, o rim é extremamente sensível à hipoperfusão sendo a insuficiência renal aguda uma complicação freqüente de instabilidade hemodinâmica. Este aparente paradoxo, comalto suprimento de oxigênio e reduzida extração, com alta incidência de lesão renal à hipotensão, é explicado pelo gradiente fisiológico intra-renal de oxigênio que torna a medula particularmente susceptível à isquemia. Identificou-se fatores de lesão renal em todas as fases do período peri-operatório: jejum e uso de contraste pré-operatório, hipovolemia, hipotensão, liberação de catecolaminas e citocinas, utilização e circulação extracorpórea, politrauma, presença de rabdomiólise e pinçamentoaórtico. É necessário que práticas capazes de diminuir a lesão renal peri-operatória sejam discutidas. CONCLUSÕES: O controle da lesão renal baseia-se nos princípios da fisiologia renal peri-operatória e na otimização da hemodinâmica glomerular. Medidas direcionadas para proteção orgânica devem ser implementadas devido ao impacto da insuficiência renal na evolução clínica neste grupo de pacientes.BACKGROUND AND OBJECTIVES: Perioperative renal dysfunction is an important cause of morbidity and mortality. With

  5. Estrategias de enfrentamiento (Coping de hijos que tienen la madre o el padre internado en una Unidad de Terapia Intensiva (UTI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda de Azevedo Lima

    2012-01-01

    de Spearman, entre las 66 cuestiones del inventario y algunas variables como: religión, franja de edad, escolaridad y filiación. Existe correlación significativa positiva o negativa entre estas variables y algunos ítems del inventario, pero esto no es lo suficiente para afirmar que hay correlación entre las variables y determinadas estrategias. A pesar de que los participantes utilizaran todas las estrategias de enfrentamiento, las predominantes fueron: revaluación positiva (97%; soporte social (93%; y resolución de problemas (77%. Estos datos corroboran los hallazgos de otras investigaciones sobre la temática y pueden subsidiar una práctica más efectiva del equipo de salud junto a esa populación.

  6. Processo de re-significação ética do trabalho na unidade de terapia intensiva frente ao paciente e familiar potencial doador de órgãos

    OpenAIRE

    Hansel, Tânia Dubou

    2002-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. O estudo buscou compreender as percepções e concepções sobre a doação de órgãos manifestas no saber e fazer dos trabalhadores de saúde que atuam numa Unidade de Terapia Intensiva de um hospital escola do Rio Grande do Sul, no cuidado frente ao paciente e familiar potencial doador de órgãos. O processo de análise fundamentou-se no referencial teórico dos pri...

  7. O cuidado intensivo oferecido ao paciente no ambiente de Unidade de Terapia Intensiva El cuidado intensivo ofrecido al paciente en el ambiente de la Unidad de Cuidados Intensivos Intensive care provided to patients in the environment of Intensive Care Units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli Terezinha Stein Backes

    2012-12-01

    Full Text Available Estudo qualitativo, partiu da questão: como se dá o cuidado intensivo oferecido ao paciente no ambiente de Unidade de Terapia Intensiva? Teve como objetivo compreender o cuidado intensivo oferecido ao paciente no ambiente de Unidade de Terapia Intensiva Adulto. O método utilizado foi a Grounded Theory. Realizou-se 39 entrevistas com 47 sujeitos diferenciados (pacientes, profissionais da saúde, gestores, profissionais dos serviços de apoio, familiares de três Unidades de Terapia Intensiva Adulto, em Florianópolis/SC, Santa Maria/RS e Pelotas/RS, Brasil, entre junho de 2009 a setembro de 2010. A teoria "Sustentando a vida no ambiente complexo de cuidados em Unidade de Terapia Intensiva", foi delimitada por oito categorias, das quais será focalizada neste artigo a categoria "Cuidando e monitorando o paciente continuamente". Conclui-se que o cuidado intensivo requer um cuidado integral com os pacientes, que vai além do cuidado técnico e inclui as dimensões física, emocional, espiritual e social do ser humano.Este estudio cualitativo se basó en la pregunta: ¿Cómo funciona el cuidado intensivo ofrecido al paciente en el ambiente de la Unidad de Cuidados Intensivos? El artículo tuvo como objetivo comprender el cuidado intensivo ofrecido al paciente en la Unidad de Cuidados Intensivos de Adultos. El método utilizado fue la Grounded Theory. Se llevó a cabo 39 entrevistas con 47 personas de tres diferentes unidades de cuidados intensivos para adultos en Florianópolis/SC, Santa Maria/RS y Pelotas/RS, desde junio 2009 a septiembre de 2010. La teoría "Sosteniendo la vida en el complejo ambiente de cuidados en la Unidad de Cuidados Intensivos", fue delimitada por ocho categorías. En este artículo se centrará la categoría "Asistir y monitorear el paciente continuamente". Se concluye que el cuidado intensivo requiere una atención integral a los pacientes, más allá de la atención técnica e incluye la dimensión física, emocional

  8. Aplicabilidade do protocolo de prevenção de úlcera de pressão em unidade de terapia intensiva Applicability of the prevention protocol of pressure ulcers in intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emanuelly Wedja do Nascimento Lima e Silva

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: O não desenvolvimento da úlcera de pressão de pacientes graves em terapia intensiva é um grande desafio para a enfermagem. Portanto, é relevante a prevenção para que se garanta um cuidado de boa qualidade. O objetivo da pesquisa foi avaliar a aplicabilidade da escala de Braden em pacientes de terapia intensiva. MÉTODOS: Estudo prospectivo baseado na avaliação de todos os pacientes internados na unidade de terapia intensiva adulto, no período 14 de Julho a 10 de Agosto de 2009. A coleta de dados foi realizada através da aplicação da escala de Braden por três juízes, identificando os riscos para o desenvolvimento da úlcera de pressão. Para a análise dos dados foi utilizado o Software estatístico SAS Na avaliação do grau de coincidência entre os juízes utilizou-se valor kappa (IC=95%. RESULTADOS: Quanto aos fatores de risco relacionados: 36,4% apresentavam leve limitação à percepção sensorial, 50,9% pele ocasionalmente úmida; 97,3% restritos ao leito; 39,1% muito limitados à mobilidade, 45% nutrição provavelmente inadequada, 61,8% apresentaram problema quanto à fricção e cisalhamento. Quanto à concordância entre os juízes (38,1% a 100,0% foram registradas em nutrição e atividade física; a hipótese do Kappa populacional nulo foi rejeitada; análise entre pares de examinadores de coincidência (41,7% a 100,0% foi registrada no item umidade e atividade física, os valores de Kappa variaram de 0,13 a 1. CONCLUSÕES: Observou-se elevado risco para ulcera de pressão em pacientes de terapia intensiva. Esse instrumento parece ser adequado para auxiliar na implementação de medidas de prevenção.OBJECTIVE: The avoidance of pressure ulcers development in critically ill patients is a major nursing challenge. Prevention is thus relevant for assurance of high quality care. This study aimed to evaluate the applicability of the Braden scale in intensive care unit patients. METHODS: This was a prospective

  9. Delirium in intensive care: use of the ‘Confusion Assessment Method for the Intensive Care Unit’ by the nurse / Delirium em terapia intensiva: utilização do Confusion Assessment Method for the Intensive Care Unit pelo enfermeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Cristina Gomes de Oliveira Tostes

    2018-01-01

    Full Text Available Objetivo: compreender o conhecimento dos enfermeiros sobre o delirium no paciente crítico e a utilização do Confusion Assessment Method for the Intensive Care Unit. Métodos: Estudo exploratório-descritivo, prospectivo, com abordagem mista. Teve-se como população os enfermeiros de uma unidade de terapia intensiva, a amostra constituiu-se de 16 enfermeiros que aceitaram participar de todas as etapas da pesquisa. Realizou-se um pré e pós-teste aplicando-se o instrumento de coleta de dados constituído de 1 pergunta discursiva e 8 objetivas, para análise usou-se análise e conteúdo e estatística básica. A pesquisa foi aprovada pelo comitê de ética em pesquisa do Hospital Universitário Pedro Ernesto, sob o parecer de nº1.360.441. Resultados: Num comparativo entre o pré e pós-teste, o grupo se mostrou mais preparado para identificar o delirium e com maior grau de conhecimento acerca da temática. Conclusão: atualização mostrou-se como uma ferramenta de transformação da prática clínica. Destacando-se a importância da educação permanente para garantir a qualidade na assistência de enfermagem. Descritores: Terapia Intensiva, Enfermagem, Transtornos Cognitivos.

  10. Evaluación clínica temprana del tratamiento de neumonías y bronconeumonías en Terapia Intensiva Cardiovascular / Early clinical assessment of pneumonia and bronchopneumonia treatment in a Cardiovascular Intensive Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrés M. Rodríguez Acosta

    2015-08-01

    Full Text Available Introducción: Las infecciones nosocomiales son frecuentes. La neumonía nosocomial es la segunda más común entre este tipo de infecciones y es la primera en la Unidad de Terapia Intensiva, donde alcanza una incidencia de 10 a 20 %.Objetivo: Determinar el efecto de la evaluación clínica evolutiva desde 48 - 72 horas de iniciado el tratamiento antimicrobiano.Método: Se realizó una investigación descriptiva, prospectiva de corte longitudinal, en 57 pacientes (muestreo incidental con diagnóstico de cardiopatía isquémica dolo-rosa, que desarrollaron neumonía o bronconeumonía nosocomial e ingresaron en la Unidad de Terapia Intensiva Cardiovascular del hospital “Dr. Celestino Hernández Ro-bau”, desde el 3 de enero al 31 de diciembre de 2013.Resultados: La categorización clínica inicial favoreció el diagnóstico de 50 neumonías y bronconeumonías precoces y 7 graves. La evaluación evolutiva desde las 48 - 72 ho-ras identificó la evolución no satisfactoria en 6 (12 % de las neumonías nosocomiales precoces y en 4 (57,1 % de las graves.Conclusiones: La evaluación clínica evolutiva temprana es útil para detectar la res-puesta al tratamiento antimicrobiano de las neumonías nosocomiales y actuar en consecuencia.

  11. Depression prevalence in Intensive Care Unit nursing workers: a study at hospitals in a northwestern city of São Paulo State Prevalencia de depresión en trabajadores de enfermería de Unidades de Terapia Intensiva: estudio en hospitales de una ciudad del noroeste del Estado de Sao Paulo Prevalência de depressão em trabalhadores de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva: estudo em hospitais de uma cidade do noroeste do Estado São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Divane de Vargas

    2011-10-01

    Full Text Available This study aimed to estimate the prevalence of depression in nursing staff working in Intensive Care Units of hospitals from a city in Northwestern São Paulo State - Brazil, examining its association with participants' socio-demographic characteristics. The Beck Depression Inventory was applied to a sample of 67 nursing workers from three general hospitals, showing an 28.4% prevalence of depression. The analysis based on the multiple model showed a significant association between depression and marital status (OR=1.52, night work (OR=1.46 and double shifts (OR=2.11. Also, there were significant percentages of workers who reported discouragement, sadness and hopelessness. In conclusion, the prevalence of depression is significant and more attention should be paid to this problem workers at these units face. Further studies are needed in the attempt to broaden knowledge on the subject, which can support strategies to guarantee attention to ICU nursing workers' physical and mental health needs.Este estudio fue realizado con el objetivo de estimar la prevalencia de depresión, en trabajadores de enfermería de Unidades de Terapia Intensiva (UTI de hospitales de una ciudad del Noroeste del estado de Sao Paulo, analizando su asociación con las características sociodemográficas de los participantes. Se aplicó el Inventario de Depresión de Beck a una muestra de 67 trabajadores de enfermería de tres hospitales generales; se observó una prevalencia de 28,4% de depresión. El análisis por el modelo múltiple demostró asociación significativa entre depresión y estado civil (OR=1,52, trabajo nocturno (OR=1,46 y doble jornada (OR=2,11, fueron significativos también los porcentajes de trabajadores que relataron desanimo, tristeza y desesperanza. Se concluye que es significativa la prevalencia de depresión y que se debe dar mayor atención a ese problema enfrentado por los trabajadores de esas unidades. Se sugiere la realización de otros estudios

  12. The role of the nurse in the neonatal intensive care unit: between the ideal, the real and the possible Actuación de la enfermera en la unidad de terapia intensiva neonatal: entre lo ideal, lo real y lo posible Atuação da enfermeira na unidade de terapia intensiva neonatal: entre o ideal, o real e o possível

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liciane Langona Montanholi

    2011-04-01

    Full Text Available The nurse is one of the professionals responsible for the care directed toward the physical, mental and social development of newborns in the Neonatal Intensive Care Unit. This study aimed to comprehend the experience of nurses working in a Neonatal Intensive Care Unit. Data collection was performed in 2008, through interviews with 12 nurses working in public and private hospitals of the city of São Paulo. The units of meaning identified were grouped into three categories: Developing actions; Perceiving their actions and Expectations. The analysis was based on social phenomenology. It was concluded that the overload of activities, the reduced number of staff, the lack of materials, equipment and the need for professional improvement are the reality of the work of the nurse in this sector. To supervise the care is the possible; integral care of the newborn, involving the parents, is the ideal desired.El enfermero es uno de los profesionales responsables por el cuidado dirigido al desarrollo físico, psíquico y social del recién nacido en la Unidad de Terapia Intensiva Neonatal. Este trabajo objetivó comprender la experiencia de enfermeras que actúan en una Unidad de Terapia Intensiva Neonatal. La recolección de datos fue realizada en 2.008, por medio de entrevistas con 12 enfermeras que actuaban en hospitales públicos y privados de la ciudad de Sao Paulo. Las unidades de significado identificadas fueron agrupadas en tres categorías: Desarrollando acciones, Percibiendo sus acciones y Expectativas. El análisis fue fundamentado en la fenomenología social. Se concluye que la sobrecarga de actividades, el reducido número de personal, la falta de materiales, equipamientos y la necesidad de perfeccionamiento profesional son la realidad del trabajo de la enfermera en ese sector. Supervisar los cuidados, es posible; cuidar integralmente del recién nacido, envolviendo sus padres, es el ideal deseado.O enfermeiro é um dos profissionais respons

  13. Seguimento do enfermeiro graduado na Escola de Enfermagem da USP: sua inserção em Unidades de Terapia Intensiva Following up of the nurses graduated at the school of nursing of the University of Sao Paulo: their insertion in Intensive Care Units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Hatsuye Kitahara

    1999-09-01

    Full Text Available O estudo foi realizado com os objetivos de identificar as atividades desenvolvidas após a formatura pelos enfermeiros graduados na Escola de Enfermagem da SP (EEUSP e caracterizar a inserção destes enfermeiros em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs no que se refere a ter sido ou não sua primeira área de atuação, à experiência anterior de trabalho em UTI, ao treinamento inicial específico e às dificuldades enfrentadas para assumir as atividades nessas Unidades. A população foi composta pelos egressos da EEUSP nos anos de 1991 a 1995. Uma listagem dos alunos formados no período, com os respectivos endereços e telefones, foi obtida junto à Seção de Graduação. Foi utilizado um questionário para a coleta de dados. Dentre os 235 questionários enviados, 117 (49,8% retornaram com resposta. Quanto as atividades após a formatura, 90,5% informaram estar exercendo a profissão; o hospital ,foi o local de trabalho mais indicado, totalizando 76,2% das respostas. Em todos os anos do período estudado, um contingente significativo de enfermeiros foi absorvido nas UTls. Dos 117 respondentes, 55 (47,0% informaram que trabalham ou trabalharam em UTI, sendo que para 54,5% deles, este foi o primeiro emprego. A maioria (52,8% não tinha experiência de trabalho anterior em UTI. Apesar de 64,1% dos enfermeiros terem recebido treinamento inicial específico, foram mencionadas dificuldades para assumir as atividades na UTI, dentre as quais destacaram-se: a falta de destreza manual e de conhecimento teórico (45,4%, o manuseio de equipamentos (25,8% e o relacionamento com as equipes de enfermagem. e multiprofissional (8,2%.The purposes of this research was to identify the activities developed by the nurses after undergraduation course at the School of Nursing of the University of São Paulo and to characterize their insertion in Intensive Care Units (ICUs, in relation to have been or not their first area of job, their previous experience in ICU

  14. Assistência em enfermagem na perspectiva da clínica ampliada em unidade de terapia intensiva Atención en enfermería en la perspectiva de clínica ampliada en la Unidad de Cuidados Intensivos Nursing care in the perspective of clinical enlarge in the Intensive Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana de Freitas Campos

    2011-03-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo refletir sobre a assistência em enfermagem na perspectiva da clínica ampliada em Unidade de Terapia Intensiva (UTI. O estudo caracteriza-se como reflexão. A ampliação da clínica prevê um olhar ao ser humano considerando seu aspecto biológico associado à subjetividade de cada caso em particular por meio de uma abordagem integral, interdisciplinar e compartilhada. Faz-se necessário que ações conjuntas de uma equipe interdisciplinar modifiquem o cenário da UTI, local onde o modelo hegemônico historicamente se perpetua. Na enfermagem a responsabilidade com o indivíduo, seu bem-estar e o ambiente fazem parte de sua prática sendo possível uma participação efetiva e uma mudança da prática hegemônica para uma clínica ampliada.En este artículo se pretende reflexionar sobre los cuidados de enfermeria a la vista de la clínica ampliada en la Unidad de Cuidados Intensivos (UCI. El estudio se caracteriza por la reflexión. La expansión de la clínica ofrece un vistazo a la hora de considerar su aspecto biológico humano de la subjetividad asociada a cada caso particular por un enfoque integral, interdisciplaria y compartida. Es necesario que los esfuerzos conjuntos de un equipo interdisciplinario para modificar la configuración de la UCI, donde históricamente se perpetúa el modelo hegemónico. En la enfermería la responsabilidad con el individuo, su bienestar y el medio ambiente son parte de su práctica puede ser una participación efectiva y una modificación de la práctica hegemónica de una clínica ampliada.This article aims to reflect on nursing care in view of the expanded clinic in the Intensive Care Unit (ICU. The study is characterized as a reflection. The expansion of the clinic provides a look at when considering their human biological aspect of subjectivity associated with each particular case by an integral approach, interdisciplinary and shared. It is necessary that joint efforts of

  15. Professional nursing practice: environment and emotional exhaustion among intensive care nurses Ambiente de la práctica profesional y el agotamiento emocional entre enfermeros de terapia intensiva Ambiente da prática profissional e exaustão emocional entre enfermeiros de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Raquel Panunto

    2013-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: to evaluate the characteristics of the professional nursing practice environment and its relationship with burnout, perception of quality of care, job satisfaction and the intention to leave the job in the next 12 months. METHOD: cross-sectional study with a quantitative approach to data. The sample was composed of 129 nurses working in adult Intensive Care Units from a region in the interior of São Paulo, Brazil. RESULTS: The structural equation modeling, using path analysis, revealed that characteristics of the environment influence job satisfaction, perception of quality of care, and having an intention to leave their job, when mediated by emotional exhaustion. Nurses with limited autonomy, poor control over their practice, and poor relationships with physicians, experience a greater level of emotional exhaustion, which can negatively influence their perception of quality of care, job satisfaction and an intention to abandon their jobs. CONCLUSION: the mediating role of emotional exhaustion may negatively influence care delivery. Therefore, there is a need to adopt strategies to minimize this condition among nurses. OBJETIVO: evaluar las características del ambiente de la práctica profesional de los enfermeros y su relación con el burnout, percepción de la calidad del cuidado, satisfacción en el trabajo y la intención de dejar el empleo en los próximos doce meses. MÉTODO: estudio transversal de abordaje cuantitativo de los datos. La muestra fue compuesta por 129 enfermeros de Unidades de Terapia Intensiva de adulto de una región del interior del Estado de Sao Paulo, Brasil. RESULTADOS: el modelaje de ecuaciones estructurales, por medio del análisis de caminos, mostró que las características del ambiente de la práctica influyen en la satisfacción en el trabajo, percepción de la calidad del cuidado y en la intención de dejar el empleo, cuando mediadas por el sentimiento de agotamiento emocional. El enfermero con poca

  16. Familiares na sala de espera de uma unidade de terapia intensiva: sentimentos revelados Família en la espera de una unidade de cuidados intensivos: sentimientos reveló Family in the waiting room of an intensive care unit: revealed feelings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gloriana Frizon

    2011-03-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo qualitativo que objetivou conhecer quais os sentimentos dos familiares de pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI. O estudo foi realizado na UTI de um hospital geral de grande porte da região oeste de Santa Catarina. A coleta ocorreu em 2009, com entrevista semiestruturada a 18 familiares. Para o tratamento dos dados utilizou-se o Discurso do Sujeito Coletivo. Dos relatos surgiram dois temas relacionados aos sentimentos: à hospitalização na UTI e os durante a espera para entrar na unidade. A an��lise revelou sentimentos como: dor, angústia, tristeza, impotência, medo, desespero, ansiedade e expectativa infinita. Espera-se que esses resultados possam auxiliar na capacitação dos profissionais, para o acolhimento à família e para a inserção desta no ambiente da UTI, como elemento a ser integrado no cuidado de enfermagem, através de ações acolhedoras, ajudando-os a enfrentarem a hospitalização de um familiar na unidade crítica.Se trata de un estudio cualitativo que tuvo como objetivo comprender lo que los sentimientos de los familiares de pacientes ingresados en la Unidad de Cuidados Intensivos (UCI. El estudio se llevó a cabo en la UCI de un gran hospital general en la región oeste de Santa Catarina. Los datos fueron recolectados en el 2009 con una entrevista semi estructurada a las familias de dieciocho años. Para el tratamiento de datos utilizado el discurso del sujeto colectivo. Los informes surgieron de dos elementos relacionados con los sentimientos: la hospitalización en la UCI y en espera de entrar en la unidad. El análisis reveló sentimientos como el dolor, la angustia, tristeza, impotencia, miedo, desesperación, ansiedad y expectativa infinita. Se espera que estos resultados pueden ayudar en la formación de los profesionales, a la familia de acogida y su inserción en el entorno de la UCI como un elemento para ser integrados en los cuidados de enfermería, a través de

  17. Professional competences of nurse to work in Intensive Care Units: an integrative review Competencias profesionales de los enfermeros para trabajar en Unidades de Cuidados Intensivos: una revisión integradora Competência profissional do enfermeiro para atuar em Unidades de Terapia Intensiva: uma revisão integrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Helena Henriques Camelo

    2012-02-01

    Full Text Available This study aimed to identify and analyze nurses' competences to work at Intensive Care Units-ICU. An integrative review method was used, and data were collected in LILACS, SciELO and BDENF, from August to October 2010. Ten articles were identified, published in the last 12 years. Data grouping permitted the construction of thematic units related to nurses' competences: nursing care management, high-complexity nursing care delivery, decision making, leadership, communication, continuing/permanent education, human resource management, material resource management. The professional competences identified can support the outline of guidelines to constitute the profile of nursing working in intensive care units and drive/mobilize the improvement of nursing care practices.Este estudio tuvo como objetivo identificar y analizar las competencias de las enfermeras para actuar en Unidades de Cuidados Intensivos-UCI. Se utilizó el método de revisión integradora, y la recolección de datos se realizó a través de la base de datos LILACS, SciELO BDENF, entre agosto y octubre de 2010. Se identificaron 10 artículos, y el cotejo de los datos permitió la construcción de las siguientes unidades temáticas relacionadas con las habilidades de las enfermeras: gestionar los cuidados de enfermería, realizar los cuidados de enfermería más complejos, la toma de decisiones, el liderazgo, la comunicación, la educación continua y permanente y la gestión de recursos humanos y materiales. Las habilidades identificadas en este estudio sirven como una guía para formar el perfil de la enfermera que trabaja en unidades de cuidados intensivos-UCI y por lo tanto representan la línea de orientación que puede aumentar/movilizar la mejoría de las prácticas de atención recibidas por este profesional.Este estudo teve como objetivo analisar as competências profissionais dos enfermeiros em Unidades de Terapia Intensiva (UTI. Utilizou-se o método de revis

  18. Significado do processo de enfermagem para enfermeiros de uma unidade de terapia intensiva: uma abordagem interacionista Significado del proceso de enfermería para enfermeros de una unidad de cuidados intensivos: un enfoque interactivo The meaning of the nursing process for nurses of intensive therapy units: an interactionist approach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Albertisa Rodrigues Alves

    2008-12-01

    Full Text Available O estudo teve como objetivo compreender o significado da prática do Processo de Enfermagem para enfermeiros de uma unidade de terapia intensiva. Utilizamos o interacionismo simbólico e análise temática como referencial teórico-metodológico. Fizeram parte do estudo sete enfermeiros de unidade de terapia intensiva que vivenciam esta prática em um hospital público da cidade de Fortaleza, Ceará. A coleta de dados foi realizada no período de 01 de maio a 30 de agosto de 2006, por meio da observação participante e entrevista semi-estruturada. Os resultados mostraram a interação social dos enfermeiros com os demais profissionais, os significados do processo de enfermagem e opiniões para a melhoria na UTI. A compreensão da experiência dos enfermeiros possibilitou reconhecer que as vivências são contraditórias e os significados são manifestados e expressos através da auto-interação e interação com outras pessoas.El estudio tuvo como objetivo comprender el significado de la práctica del Proceso de Enfermería según enfermeros de una unidad de cuidados intensivos. Utilizamos la interacción simbólica y el análisis temático como referencial teórico metodológico. Fueron parte del estudio siete enfermeros de la unidad de cuidados intensivos, quienes son parte de esta práctica en un hospital público de la ciudad de Fortaleza, Ceará. La recolección fue realizada durante el 01 de mayo al 30 de agosto del 2006, a través de la observación participativa y la entrevista semiestructurada. Los resultados mostraron la interacción social de los enfermeros con los demás profesionales, los significados del proceso de enfermería y las opiniones para mejorar la atención en la UCI. Comprender la experiencia de los enfermeros permitió reconocer que las vivencias son contradictorias y los significados son manifestados y expresados a través de la auto-interacción e interacción con otras personas.The study aimed at comprehending the

  19. Dificuldades vivenciadas pela equipe multiprofissional na unidade de terapia intensiva Dificultades vividas por el grupo de atención al paciente en la unidad de tratamiento intensivo Difficulties experienced by the patient care team at the intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Abadia Leite

    2005-04-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo de caso com uma abordagem interpretativa, cujo objetivo foi identificar as dificuldades vivenciadas pela equipe multiprofissional que atua na Unidade de Terapia Intensiva. Os dados foram coletados por meio de observações participantes e entrevistas semi-estruturadas com médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem. Por meio da análise de dados, foram identificadas as categorias: cuidar em terapia intensiva - "é difícil lidar com a morte e informar a família", e cuidar em terapia intensiva - "a falta de recursos materiais e o difícil trabalho em equipe". As dificuldades relatadas estão relacionadas ao contato com os familiares, com o lidar com a morte, com a falta de recursos materiais e, especialmente, com o relacionamento entre os membros da equipe. Os resultados evidenciaram a necessidade de que a equipe promova momentos para reflexão e discussão acerca dos aspectos técnicos, científicos e éticos referentes ao cuidado tanto dos pacientes críticos quanto de seus familiares, tendo em vista a melhoria da qualidade do atendimento e do relacionamento interpessoal.La finalidad de este estudio de caso interpretativo fue identificar las dificultades vividas por un equipo de profesionales que actúa en una Unidad de Tratamiento Intensivo. La compilación de datos fue realizada a través de observación participante y entrevistas semi-estructuradas llevadas a cabo con médicos, enfermeros y auxiliares de enfermería. El análisis reveló las siguientes categorías: cuidar en el tratamiento intensivo: "la ardua tarea de lidiar con la muerte y informar a la familia del paciente" y cuidar en el tratamiento intensivo: "la escasez de recursos materiales y la dificultad de trabajar en equipo". Las dificultades mencionadas se refieren al contacto con la familia, al afrontamiento de la muerte, a la falta de recursos materiales y especialmente a la relación entre los integrantes del equipo. Por consiguiente, el equipo

  20. Utilização do FAST-Estendido (EFAST-Extended Focused Assessment with Sonography for Trauma em terapia intensiva Usefulness of Extended-FAST (EFAST-Extended Focused Assessment with Sonography for Trauma in critical care setting

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Uri Adrian Prync Flato

    2010-09-01

    Full Text Available A principal causa de morte no Brasil, em pacientes com idade inferior a 45 anos, está relacionada ao trauma, sendo responsável por um terço das internações em unidades de terapia intensiva. Em virtude do crescente conhecimento e disponibilidade da ultrassonografia para o diagnóstico e monitoramento de lesões ameaçadoras à vida, como tamponamento cardíaco e ruptura de órgão sólido na cavidade abdominal com choque hemorrágico, foi desenvolvido um protocolo denominado FAST (Focused Assesment with Sonography for Trauma no ambiente de emergência e terapia intensiva. Esta tecnologia está ganhando adeptos por sua reprodutibilidade, ausência de exposição à radiação ao paciente e facilidade beira leito. Uma nova complementação a este protocolo, denominada FAST-Estendido, proporciona informações valiosas na condução desses pacientes, ampliando o diagnóstico de doenças antes reservadas à cavidade abdominal e pericárdica, conjuntamente com doenças localizadas na cavidade torácica, em busca de hemotórax, derrame pleural e pneumotórax. Devemos salientar que esta modalidade de exame complementar substitui a tomografia computadorizada e o lavado peritoneal diagnóstico, mas não o retardo de intervenções cirúrgicas. Sua avaliação criteriosa, conjuntamente com dados clínicos, deve nortear as condutas terapêuticas, principalmente em locais inóspitos e/ou com limitações de recursos, como pré-hospitalar, unidades de terapia intensiva em zonas de conflito armado, áreas rurais e/ou geograficamente distantes, nas quais não há disponibilidade de outros métodos de imagem.Trauma is the leading cause of death in people below 45 years-old in Brazil, and responsible for one third of all intensive care unit admissions. The increasing knowledge on ultrasound diagnosis methods and its availability for life-threatening injuries (such as cardiac tamponade and abdominal cavity solid organs rupture leading to hemorrhagic shock

  1. Estratégias de posicionamento e contenção de recém-nascido pré-termo utilizadas em Unidades de Terapia Intensiva Neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Melo De Albuquerque

    2017-02-01

    Full Text Available Introdução: A Unidade de Terapia Intensiva Neonatal é um ambiente que proporciona técnicas e procedimentos aprimorados, um local repleto de equipamentos ricos em tecnologia e característica ímpar na assistência ao recém-nascido de risco. Com a evolução da neonatologia e a inserção dos cuidados humanizados dentro desse serviço nos últimos anos, observa-se uma mudança no prognóstico dos pré-termos. Objetivo: Pesquisar quais estratégias de posicionamento e contenção ao recém-nascido pré-termo estão sendo mais utilizados em hospitais públicos da Região Metropolitana do Recife. Métodos: Estudo descritivo e observacional. Foi realizado um questionário semiestruturado com 34 profissionais de saúde do serviço envolvidos na assistência ao recém-nascido pré-termo na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Resultados: Dentre os participantes (91,17%, responderam nunca ter utilizado a “redinha” como um recurso de posicionamento. As estratégias mais utilizadas são o rolinho (100,0% e o swaddle (88,23%, porém um percentual relevante de participantes (44,11% assinalou acreditar no ganho oferecido pela “redinha”, embora esta técnica não seja utilizada nos serviços ao qual fazem parte. Conclusão: As estratégias mais utilizadas nos serviços pesquisados foram o rolinho e o swaddle, a maioria dos profissionais não tinham conhecimento prático de outros recursos. Sendo assim, este estudo considera que a prática destas medidas acarretam ganhos não só no campo de desenvolvimento, mas também simplificam o tratamento e viabilizam a recuperação do recém-nascido pré-termo.

  2. Nurses' leadership styles in the icu: association with personal and professional profile and workload Estilos de liderazgo de enfermeros en una unidad de terapia intensiva: asociación con el perfil personal, profesional y con la carga de trabajo Estilos de liderança de enfermeiros em unidade de terapia intensiva: associação com perfil pessoal, profissional e carga de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Pazetto Balsanelli

    2009-02-01

    Full Text Available This study aims to explore the association between nurses' leadership styles and personal and professional nursing profile and workload. The sample consisted of seven nurses and seven nursing technicians who were grouped into pairs. At the end of three months, nurses were queried regarding what leadership style would be adopted when the nursing technician under their evaluation delivered care to patients admitted to the ICU. Relevant data was analyzed by applying descriptive statistics, Tukey's multiple comparison test and Student's t-test (p0.05. The determine, persuade, and share leadership styles prevailed. However, whenever the nursing workload peaked, the determine and persuade styles were used (pEste estudio tuvo como objetivos verificar a relación que existe entre los estilos de liderazgo de los enfermeros con el perfil personal, profesional y carga de trabajo de enfermería. La muestra fue constituida por siete enfermeros y siete técnicos de enfermería que formaron parejas. Durante tres meses los enfermeros fueron cuestionados sobre cual sería el estilo de liderazgo adoptado cuando el técnico de enfermería, bajo su evaluación, prestase cuidados a los pacientes admitidos en la Unidad de Terapia Intensiva. Los datos fueron analizados aplicándose estadística descriptiva, el método de comparaciones múltiples de Tukey y la prueba t de Student (0,05. Los estilos de liderazgo: determinar, persuadir y compartir fueron los predominantes, sin embargo, cuando la carga de trabajo de enfermería era mayor, se observaron los estilos determinar y persuadir (pEste estudo teve como objetivos verificar a relação dos estilos de liderança de enfermeiros com perfil pessoal e profissional e carga de trabalho de enfermagem. A amostra foi constituída por sete enfermeiros e sete técnicos de enfermagem que formaram duplas. Durante três meses os enfermeiros foram questionados sobre qual estilo de liderança seria adotado quando o técnico de

  3. O significado cultural atribuído ao centro de terapia intensiva por clientes e seus familiares: um elo entre a beira do abismo e a liberdade El significado cultural atribuido al proceso de hospitalización en centro de terapia intensiva por clientes y sus familiares: un eslabón entre el borde del abismo y la libertad The cultural meaning attributed to the intensive care unit by clients and their parents: a link between abysm border and freedom

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Cussi Assunção Lemos

    2002-06-01

    Full Text Available Este estudo etnográfico teve como objetivo identificar os significados culturais que os clientes admitidos em Centro de Terapia Intensiva e seus familiares atribuem ao processo de hospitalização. Os dados foram coletados mediante a realização de observação participante e entrevistas com 17 sujeitos (clientes e seus familiares, durante a hospitalização. A partir da análise dos dados, surgiram três categorias: 1 CTI, a beira do abismo, um lugar desconhecido e assustador; 2 O elo entre a beira do abismo e a liberdade; 3 A alta do CTI: a liberdade para a vida. O tema central foi: "CTI, um elo entre a beira do abismo e a liberdade". Considerou-se relevante desvelar os significados culturais envolvidos nessa situação, o que poderá subsidiar uma assistência personalizada ao cliente e sua família.Este estudio tiene como objetivo identificar los significados culturales que los clientes admitidos en Centro de Terapia Intensiva (CTI y sus familiares atribuyen al proceso de hospitalización. Los datos fueron recogidos mediante la realización de observación participante y entrevistas con 17 participantes (clientes y sus familiares, durante la hospitalización. Del análisis de los datos emergieron tres categorías principales: 1 CTI, al borde del abismo: un sitio desconocido y asustador; 2 CTI: el eslabón entre el borde del abismo y la libertad; 3 El alta del CTI: la libertad para la vida. El tema central fue: "CTI: un eslabón entre el borde del abismo y la libertad". Se consideró relevante revelar los significados culturales envueltos en esta situación concediendo una asistencia personalizada al cliente y su familia.The purpose of this ethnographic study was to identify the cultural meaning that patients in an intensive care unit and their relatives attribute to the hospitalization process. Data were collected by means of participant observation and interviews with 17 participants (clients and their family, during hospitalization. Data

  4. ANÁLISE DAS COMPLICAÇÕES DO USO DA VENTILAÇÃO MECÂNICA EM CRIANÇAS DE UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA PEDIÁTRICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DENIZIELLE DE JESUS

    2008-01-01

    Full Text Available La insuficiencia respiratoria aguda es una de las situaciones que puede provocar la entubación traqueal del niño. Se objetivó analizar las complicaciones de la ventilación mecánica en niños de una Unidad de Terapia Intensiva Pediátrica. Estudio transversal, cuantitativo, con muestra de 72 niños en soporte de ventilación. Los datos se recogieron a través de un formulario de septiembre a diciembre de 2006, presentados en tablas y gráficos. En los resultados, las complicaciones más frecuentes fueron la entubación accidental y la entubación selectiva. El promedio de ventilación mecánica (VM fue de 21 días y 4 horas. Concluimos que la asistencia a la VM aún representa un gran reto para los profesionales que precisan buscar alternativas para minimizar las complicaciones relacionadas al cuidado dado al niño en estado grave.

  5. Limitação de suporte de vida em três unidades de terapia intensiva pediátrica do sul do Brasil Life support limitation at three pediatric intensive care units in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia M. Lago

    2005-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os modos de morte e fatores associados à limitação de suporte de vida em três unidades de terapia intensiva pediátrica do sul do Brasil. MÉTODO: Estudo transversal e retrospectivo em que foram revisados todos os óbitos ocorridos em 2002 em três unidades de terapia intensiva pediátrica de referência de Porto Alegre por uma equipe de pesquisadores treinados para esse fim. Foram avaliadas as características gerais, o modo de morte (ressuscitação cardiopulmonar, morte encefálica, ordem de não reanimar, não oferta e retirada de suporte vital - esses três últimos agrupados em limitação de suporte de vida, o tempo de internação - hospitalar e na unidade de terapia intensiva pediátrica -, o plano de final de vida e a participação da família nessa decisão. Para as comparações, foram utilizados o teste t de Student, Mann Whitney, qui-quadrado, odds ratio e análise multivariada. RESULTADOS: Aproximadamente 53,3% dos óbitos receberam ressuscitação cardiopulmonar. A incidência de limitação de suporte de vida foi de 36,1%, havendo diferença significativa (p = 0,014 entre os hospitais (25 versus 54,3 e 45,5%. A forma de limitação de suporte de vida mais freqüente foi "ordem de não reanimar" (70%. Observou-se associação entre limitação de suporte de vida com presença de doença crônica (odds ratio = 8,2; IC95% = 3,2-21,3 e tempo de internação na unidade de terapia intensiva pediátrica > 24h (odds ratio = 4,4; IC95% = 1,6-11,8. A participação da família e dos comitês de ética no plano de final de vida foi inferior a 10%. CONCLUSÕES: A ressuscitação cardiopulmonar ainda é oferecida em uma freqüência maior do que a descrita nos países do hemisfério norte, enquanto que a limitação de suporte vital é realizada preferentemente através da ordem de não reanimar. Esses achados e a pequena participação da família refletem dificuldades em relação às decisões de final de vida

  6. Adesão às precauções-padrão por profissionais de enfermagem que atuam em terapia intensiva em um hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Maria Vieira Pereira

    2013-06-01

    Full Text Available Este estudo avaliou fatores individuais, relativos ao trabalho e organizacionais relacionados à adesão às precauções-padrão por profissionais de enfermagem que atuam em terapia intensiva. Estudo de corte transversal, realizado com 178 profissionais em um hospital de grande porte. Para a coleta de dados foram utilizadas escalas psicométricas do tipo Likert. Na Escala de Adesão às precauções-padrão obteve-se um escore de 4,45 (DP=0,27 classificado como intermediário. Houve correlação quando comparada com fatores individuais para Escala de Personalidade de Risco (r=-0,169; p=0,024 e fatores relativos ao trabalho com a Escala de Obstáculos para seguir as precauções-padrão (r=-0,359; p=0,000. A adesão às precauções-padrão entre profissionais de enfermagem foi intermediária. Fatores individuais e relativos ao trabalho influenciaram a adesão às precauções-padrão.

  7. Pacientes vítimas de politrauma com insuficiência renal aguda na unidade de terapia intensiva Pacientes víctimas de politrauma con insuficiência renal aguda en la unidad de cuidados intensivos Patient victim of polytrauma with acute renal failure in the intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Helú Mendonça Ribeiro

    2008-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Identificar as características de pacientes portadores de insuficiência renal aguda (IRA, vítimas de politrauma, internados em uma unidade de terapia intensiva (UTI. MÉTODOS: Foi realizada uma análise retrospectiva de 357 prontuários de portadores de IRA, no período de 2002 a 2003, com creatinina sérica de 1,8 a 4 mg/dl. Destes pacientes internados na UTI, 10,6% eram vítimas de politrauma. RESULTADOS: Dos 38 (10,6% pacientes portadores de IRA e vítimas de politrauma, 78,9% eram do sexo masculino; 47,3% tinham idade entre 16 e 45 anos; 84,3% apresentaram oligúria; 92,1% não receberam tratamento para IRA durante a internação; 50% permaneceram de um a cinco dias internados na UTI; 47,3% não apresentaram nenhuma doença de base e a mortalidade ocorreu em 50% desta amostra. CONCLUSÃO: Concluiu-se que a monitorização diária da função renal das vítimas de politrauma é um cuidado importante para evitar as complicações da IRA e a respectiva mortalidade.OBJETIVOS: Identificar las características de pacientes portadores de insuficiencia renal aguda (IRA, víctimas de politrauma, internados en una unidad de cuidados intensivos (UCI. MÉTODOS: Se llevó a cabo un análisis retrospectivo de 357 historias clínicas de portadores de IRA, en el período de 2002 a 2003, con creatinina sérica de 1,8 a 4 mg/dl. De estos pacientes internados en la UCI, el 10,6% eram víctimas de politrauma. RESULTADOS: De los 38 (10,6% pacientes portadores de IRA y víctimas de politrauma, el 78,9% eran del sexo masculino; el 47,3% tenían edades entre 16 y 45 años; el 84,3% presentaron oliguria; el 92,1% no recibieron tratamiento para IRA durante el internamiento; el 50% permanecieron de uno a cinco días internados en la UCI; el 47,3% no presentaron ninguna enfermedad de base y la mortalidad ocurrió en el 50% de esta muestra. CONCLUSIÓN: el monitoreo diario de la función renal de las víctimas de politrauma es un cuidado importante para

  8. Perfil de idosos admitidos em unidades de terapia intensiva gerais em Rio Grande, RS: resultados de um estudo de demanda Profile of the elderly admitted into general intensive care units in Rio Grande, Southern Brazil: results of a cross-sectional survey

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Eduardo C. Schein

    2010-06-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo conhecer o perfil do paciente com 60 anos ou mais de idade internado nas duas unidades de terapia intensiva (UTI do município de Rio Grande, RS. Utilizando-se de delineamento transversal, entre abril/2007 e março/2008, entrevistadores previamente treinados aplicaram questionário padrão investigando sobre suas características demográficas, socioeconômicas e ambientais, utilização prévia de serviços de saúde e condições clínicas, que em 90% dos casos foram respondidos por familiares. Os 213 idosos hospitalizados neste período provinham, em sua maioria, do próprio município, eram casados, tinham mais de 70 anos, cinco anos de escolaridade, dois ou mais salários mínimos de renda familiar mensal, viviam em casa própria com outras duas pessoas e não possuíam plano de saúde; 88% foram à consulta médica nos últimos seis meses e 56% foram hospitalizados nos últimos 12 meses; metade deles chegaram à UTI inconscientes, por problemas clínicos oriundos da enfermaria do próprio hospital, onde 147 foram submetidos a ventilação mecânica, e 45% do grupo total evoluiu para óbito, em média, no oitavo dia. Estes dados mostram que é possível identificar idosos com maior potencial de internação em UTI também a partir de suas condições socioeconômicas e ambientais.This study aimed at assessing the profile of patients aged > 60 years admitted into intensive care units (ICU in the city of Rio Grande, Southern Brazil. A cross-sectional survey was carried out between April/2007 and March/2008 in two hospitals. Family members answered a standardized questionnaire that collected data on demographic and socioeconomic characteristics, household conditions, use of healthcare services and current clinical conditions. Among the 213 elderly people included in the study, about 90% came from Rio Grande, were married, aged 70 years or more, had at least five years of schooling, earned two or more minimum wages

  9. Crenças que permeiam a humanização da assistência em unidade de terapia intensiva pediátrica Creencias que rondan la humanización de la atención en la unidad de cuidados intensivos Beliefs about humanized care in a pediatric intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Pauli

    2003-06-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo conhecer as crenças das enfermeiras, em relação à assistência humanizada na Unidade de Terapia Intensiva pediátrica (UTIp. A coleta de dados foi realizada com entrevistas abertas com cinco enfermeiras, depois gravadas e transcritas em sua íntegra. O conteúdo foi analisado, tendo, como referencial teórico, o interacionismo simbólico e, como referencial metodológico, a Teoria Fundamentada em Dados. Com este estudo, foi possível entender que a enfermeira, mesmo encontrando dificuldades para prestar uma assistência humanizada, parece estar abandonando a crença de que UTI é uma unidade tecnicista, passando a buscar estratégias para prestar uma assistência mais humanizada.El estudio tuvo como objetivo conocer las creencias de las enfermeras respecto a la asistencia humanizada en la Unidad de Cuidados Intensivos pediátrica (UCIp. La recolección de datos fue realizada por medio de entrevistas, con preguntas abiertas a cinco enfermeras y después grabadas y transcritas íntegramente. El contenido verbalizado por las enfermeras fue codificado y analizado teniendo como referencial teórico, el Interaccionismo Simbólico y como referencial metodológico, la Teoría Fundamentada en los Datos. Con este estudio fue posible entender que, aunque la enfermera encuentre dificultad para brindar atención humanizada, parece estar abandonando la creencia de que la Unidad de Cuidados Intensivos es una unidad tecnicista, hecho que le está permitiendo ir en la búsqueda de estrategias para el ofrecimiento de una atención más humanizada que considere la presencia frecuente de la familia en la UCI, como forma de aproximación con la familia.This study aimed to understand the nurses' beliefs about humanized care in the Pediatric Intensive Care Unit (PICU. Data collection was accomplished through open interviews with five nurses, which were then taped and fully transcribed. The content analyzed was realized in the

  10. Intubação orotraqueal: avaliação do conhecimento médico e das práticas clínicas adotadas em unidades de terapia intensiva Orotracheal intubation: physicians knowledge assessment and clinical practices in intensive care units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Setsuko Yamanaka

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar o conhecimento médico sobre as técnicas de intubação e identificar as práticas mais realizadas. MÉTODOS: Estudo prospectivo, envolvendo três diferentes unidades de terapia intensiva de um hospital universitário: da anestesiologia (ANEST, da pneumologia (PNEUMO e do pronto socorro (PS. Todos os médicos que trabalham nessas unidades e que concordaram em participar do estudo, responderam um questionário contendo dados demográficos e questões sobre intubação orotraqueal. RESULTADOS: Foram obtidos 85 questionários (90,42% dos médicos. ANEST teve maior média de idade (p = 0,001, com 43,5% sendo intensivistas. Foi referido uso da associação hipnótico e opióide (97,6% e pré oxigenação (91,8%, mas apenas 44,6% referiram utilização de coxim suboccipital, sem diferença entre as UTIs. Na ANEST, referiu-se maior uso de bloqueador neuromuscular (p OBJECTIVES: To assess the physician’s knowledge on intubation techniques and to identify the common practices. METHODS: This was a prospective study, involving three different intensive care units within a University hospital: Anesthesiology (ANEST, Pulmonology (PULMO and Emergency Department (ED. All physicians working in these units and consenting to participate in the study completed a questionnaire with their demographic data and questions on orotracheal intubation. RESULTS: 85 completed questionnaires were retrieved (90.42% of the physicians. ANEST had the higher mean age (p=0.001, being 43.5% of them intensivists. The use of hypnotic and opioid association was reported by 97.6%, and pre-oxygenation by 91.8%, but only 44.6% reported sub-occipital pad use, with no difference between the ICUs. On ANEST an increased neuromuscular blockade use was reported (p<0.000 as well as increased caution with full stomach (p=0.002. The rapid sequence knowledge was restricted (mean 2.20 ± 0.89, p=0.06 between the different units. The Sellick maneuver was known by 97.6%, but 72

  11. Análisis clínico-epidemiológico de la portación intestinal de enterococos resistentes a vancomicina en una unidad de terapia intensiva Clinical and epidemiologic analysis of intestinal tract colonization with vancomycin-resistant enterococci in an intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.M. Togneri

    2005-03-01

    Full Text Available En un período de cinco meses y 25 días se investigó la portación intestinal de enterococos resistentes a vancomicina (EVR. Se estudiaron 124 pacientes (73% de 171 admitidos en la unidad de terapia intensiva (UTI, 35 de los cuales (28% resultaron ser portadores. Los aislamientos de EVR (n=35 fueron identificados como Enterococcus faecium (n=18, Enterococcus gallinarum (n=16 y Enterococcus raffinosus (n=1. Todos los aislamientos estudiados fueron resistentes a vancomicina (VAN (CIM90= 512 µg/ml y teicoplanina (CIM90= 32 µg/ml y portaban el gen vanA. Los estudios de tipificación molecular mostraron un alto grado de homología entre los aislamientos de E. faecium (un clon dominante y E. gallinarum (dos tipos clonales, sugiriendo su diseminación a modo de brote. No se encontraron diferencias significativas con la edad y el sexo de los pacientes no portadores (p>0,05, pero si con el tiempo de hospitalización y el uso de esquemas antibióticos de amplio espectro (pIntestinal tract colonization with vancomycin resistant enterococci (VRE was studied during five months and 25 days. Out of 171 patients hospitalized in the intensive care unit, 124 (73% were included in this study. Thirty five of them (28% were recognized as colonized with VRE. VRE isolates (n = 35 were identified as Enterococcus faecium (n=18, Enterococcus gallinarum (n=16, and Enterococcus raffinosus (n=1. All of them were resistant to vancomycin (MIC90= 512 µg/ml and to teicoplanin (MIC90= 32 µg/ml, having the vanA gene. By means of molecular methods a high homology was found among E. faecium and E. gallinarum isolates, respectively, suggesting their spread as a kind of outbreak. No significant differences in age or sex were found among colonized and non-colonized patients (p>0.05. On the other hand, the hospitalization time and the use of broad-spectrum antibiotics were associated with colonization. From this study we highlight the importance of enhancing all measures of

  12. Transfusão de hemácias em terapia intensiva: controvérsias entre evidências Red blood cell transfusion in the intensive care setting: controversies amongst evidence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubens Carmo Costa Filho

    2009-08-01

    Full Text Available A anemia é um problema prevalente nas unidades de terapia intensiva. Ela surge nos primeiros dias e pode sustentar-se, ou agravar-se, durante a internação. A etiologia normalmente é multifatorial. A transfusão de hemácias é a intervenção mais comumente utilizada para combatê-la. Aproximadamente 12 milhões de unidades de sangue são utilizadas para transfusões nos Estados Unidos, sendo 25% a 30% dentro das terapias intensivas. A maior segurança com a diminuição das infecções provocadas por transfusões permitiu uma ampliação de indicações clínicas. No entanto, a terapia transfusional está associada a outros efeitos adversos, como infecções nosocomiais, comprometimento imunológico, injúria pulmonar, reações hemolíticas e aumento da incidência de câncer. Alguns trabalhos já tentaram demonstrar associação entre a correção da anemia, mortalidade e morbidade, entretanto a literatura ainda não alcançou um consenso. Atualmente, uma das propostas de segurança da Organização Mundial de Saúde é a redução de transfusões potencialmente desnecessárias, promovendo uma postura de transfusão racional. Esta revisão narrativa pretende abordar como objetivo primário as controvérsias referentes ao limiar transfusional, de acordo com estudos recentes, e como objetivos secundários citar aspectos da anemia iatrogênica e da variabilidade de atitudes entre intensivistas para a implementação das melhores práticas relativas à transfusão. Não faz parte de nossos objetivos discutir as complicações transfusionais, embora tenham sido mencionadas. Foi feita busca em fontes eletrônicas da literatura médica (PubMed - Clinical Queries, e UpToDate versão 16.2 e consulta adicional em livros texto Mostrou-se que a prática transfusional ainda é extremamente variada dentro das terapias intensivas. São escassas as evidências de que a hemotransfusão de rotina em pacientes não-hemorrágicos deva ser aplicada naqueles

  13. Uso do escore prognóstico APACHE II e ATN-ISS em insuficiência renal aguda tratada dentro e fora da unidade de terapia intensiva

    OpenAIRE

    Fernandes,Natáia Maria da Silva; Pinto,Patrícia dos Santos; Lacet,Thiago Bento de Paiva; Rodrigues,Dominique Fonseca; Bastos,Marcus Gomes; Stella,Sérgio Reinaldo; Cendoroglo Neto,Miguel

    2009-01-01

    INTRODUÇÃO: A insuficiência renal aguda (IRA) mantém alta prevalência, morbidade e mortalidade. OBJETIVO: Comparar o uso do escore prognóstico APACHE II com o ATN-ISS e determinar se o APACHE II pode ser utilizado para pacientes com IRA, fora da UTI. MÉTODOS: Coorte prospectiva, 205 pacientes com IRA. Analisamos dados demográficos, condições pré-existentes, falência de órgãos e características da IRA. Os escores prognósticos foram realizados no dia da avaliação do nefrologista. RESULTADOS: A ...

  14. Cuidados paliativos em enfermagem ao idoso em UTI: uma revisão integrativa / Palliative nursing care in the elderly in UCI: an integrative review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Mendes Luiz

    2018-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar as principais intervenções e ações da enfermagem ao paciente idoso sob cuidados paliativos em UTI. MÉTODOS: Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa do tipo revisão integrativa, do qual foram analisados 16 artigos publicados entre os anos de 2005 a 2014, nas bases de dados Scielo, Lilacs e Bdenf. Para a seleção e análise dos artigos foi utilizado um instrumento validado. RESULTADOS: A maioria dos artigos foram publicados no ano de 2013, em periódicos de enfermagem geral, emergindo três categorias temáticas: a Enfermagem no alívio da dor e sofrimento em cuidados paliativos, a comunicação como tratamento terapêutico e abordagem multiprofissional em UTI como estratégia de cuidado. CONCLUSÃO: Propõe-se que pesquisas posteriores sejam realizadas, na tentativa de aprofundar e publicar estratégias para um bom atendimento ao idoso sob cuidados paliativos em terapia intensiva e melhorar o método de assistência nos ambientes de trabalho. DESCRITORES: Cuidado Paliativo; Idoso; Unidades de Terapia Intensiva.

  15. Nível de ruído em unidade de terapia intensiva neonatal Nivel de ruido en una unidad de cuidados intensivos neonatal Noise level in neonatal intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tereza Yoshiko Kakehashi

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar o nível de ruído da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e identificar suas fontes. MÉTODOS: Estudo quantitativo, descritivo e exploratório, conduzido em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de São Paulo. A coleta de dados ocorreu de abril a maio de 2005, utilizando um dosímetro para 96 horas de registro do nível de pressão sonora e 9 horas de observação, para identificar as fontes de ruído. RESULTADOS: Registrou-se Leq entre 61,3 a 66,6 dBA, sendo maior nos dias do final de semana. Os valores dos picos variaram de 90,8 a 123,4 dBC, sendo mais elevados no período noturno. As principais fontes foram: alarme dos ventiladores, dos oxímetros, conversa entre profissionais e pais e outros. CONCLUSÃO: Considerando os efeitos deletérios do nível elevado de ruído sobre neonatos e equipe de saúde, os resultados demonstram a necessidade de intervenções em algumas rotinas e na conduta dos profissionais e familiares.OBJETIVO: Verificar el nivel de ruido de la Unidad de cuidados Intensivos Neonatal (UCIN e identificar sus fuentes. MÉTODOS: Fue conducido en una Unidade de Cuidados Intensivos Neonatal de Sao Paulo. Se trata de un estudio cuantitativo, descriptivo y exploratorio. La recolección de datos ocurrió de abril a mayo del 2005, utilizando un dosímetro para 96 horas de registro del nivel de presión sonora y 9 horas de observación, para identificar las fuentes del ruido. RESULTADOS: Se registró Leq entre 61.3 a 66,6 dBA, siendo mayor en los días del final de semana. Los valores de los picos variaron de 90,8 a 123,4 dBC, siendo más elevados en el período nocturno. Las principales fuentes fueron: alarma de los ventiladores, de los oxímetros, conversación entre profesionales y padres y otros. CONCLUSIÓN: Considerando los efectos deletérios del nivel elevado de ruído sobre neonatos y el equipo de salud, los resultados demuestran la necesidad de intervenciones en algunas rutinas y en la conducta de

  16. Critérios fonoaudiológicos para indicação de via alternativa de alimentação em unidade de terapia intensiva em um hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Carneiro Barroqueiro

    Full Text Available RESUMO Objetivo: identificar os critérios utilizados para indicação de via alternativa de alimentação para pacientes internados em unidade de terapia intensiva em um hospital universitário. Métodos: estudo transversal, retrospectivo, quantitativo e descritivo. Foram levantados os protocolos dos pacientes que tiveram via alternativa de alimentação indicada por fonoaudiólogo no período entre janeiro e dezembro de 2014. Os dados foram tabulados utilizando-se o programa Microsoft Excel. Para a análise estatística foi utilizado o programa STATA 12.0, por meio do qual foram estimadas médias e desvios-padrão ou medianas, respectivamente. Resultados: dos 25 participantes, 76% encontravam-se com nível de consciência alterado. Apesar disto, 52% destes tiveram dieta prescrita por médico. 24% tinham alteração de linguagem, 52%, de fonoarticulação e 44%, de voz. Somente oito pacientes tiveram condições de ser avaliados com oferta dieta oral. O critério utilizado para indicação de via alternativa de alimentação com maior frequência foi a alteração do nível de consciência. Conclusão: este estudo corrobora com outros já realizados apontando alteração do nível de consciência como fator de risco para disfagia. Ressalta-se a importância do fonoaudiólogo no ambiente hospitalar de modo a detectar precocemente os pacientes que necessitam de intervenção.

  17. Infección nosocomial en la terapia intensiva neonatal. Factores de riesgo. Pinar del Río 2001-2003 Nosocomial infection in the neonatal intensive care unit. Risk factors, Pinar del Río

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivón Aimé Sánchez Monterrey

    2007-03-01

    Full Text Available Con el objetivo de evaluar los factores de riesgo de las infecciones nosocomiales en la Unidad de Terapia Intensiva Neonatal del Hospital General Universitario "Abel Santamaría Cuadrado" de Pinar del Río, se realizó una investigación observacional, analítica, de tipo caso-control, para ello se estudiaron 170 niños ingresados en esta unidad en el período comprendido de abril de 2001 a diciembre de 2003. Se recogió en una planilla tipo y momento de adquisición de la infección, abordaje vascular, ventilación mecánica y gérmenes aislados, entre otros. Se elaboró una base de datos en Microsoft Excel-97, se aplicaron los Test de Chi cuadrado y test de Student, ambos con un intervalo de confianza de p With the purpose of evaluating risk factors of nosocomial infections in the Intensive Care Unit of the "Abel Santamaría Cuadrado" General Hospital in Pinar del Río, an observational, analytical and a case-control research was performed in 170 children admitted at this Unit from April 1st., 2001, to December 31st., 2003. The nosocomial infection and time of being infected were recorded in a form, as well as the vascular approach, artificial ventilation and isolated germs, among others. A data base using the Microsoft Excel 97 software was designed, and chi-square test was used, both of them with a confidence interval of p<0,05. It was observed that birth weight, sex, gestational age, stay at ICU, artificial ventilation and deep vascular approach were related significantly with the onset of the nosocomial infection versus a control group showing similar characteristics. E. Coli and negative coagulase were the most frequent isolated germs.

  18. Evolução e característica de lactantes com bronquiolite viral aguda submetidos à ventilação mecânica em uma unidade de terapia intensiva pediátrica brasileira Outcome and characteristics of infants with acute viral bronchiolitis submitted to mechanical ventilation in a Brazilian pediatric intensive care

    OpenAIRE

    Fernanda Umpierre Bueno; Jefferson Pedro Piva; Pedro Celiny Ramos Garcia; Patrícia Miranda Lago; Paulo Roberto Einloft

    2009-01-01

    OBJETIVO: Descrever as características e a evolução de lactantes com bronquiolite aguda submetidos à ventilação mecânica. MÉTODOS: Estudo retrospectivo desenvolvido entre março 2004 e setembro 2006 (três invernos consecutivos), recrutando todos os lactantes (menos de 12 meses de idade) com diagnóstico de bronquiolite viral aguda e submetidos à ventilação mecânica em uma unidade de terapia intensiva, brasileira, ligada a uma universidade. Os parâmetros de ventilação mecânica adotados no 1°, 2°...

  19. Fatores que tornam estressante o trabalho de médicos e enfermeiros em terapia intensiva pediátrica e neonatal: estudo de revisão bibliográfica Factors that cause stress in physicians and nurses working in a pediatric and neonatal intensive care unit: bibliographic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monalisa de Cássia Fogaça

    2008-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Revisão de literatura sobre estresse ocupacional e síndrome de burnout em médicos e enfermeiros que trabalham em unidade de terapia intensiva pediátrica e neonatal. MÉTODOS: Os artigos foram identificados a partir das bases de dados MedLine, LILACS e SciElo, usando as palavras-chave estresse, burnout, médicos, enfermagem, unidade de terapia intensiva, unidade de cuidados intensivos pediátricos e unidades de cuidados intensivos neonatais. O período pesquisado foi de 1990 a 2007. RESULTADOS: Médicos e enfermeiros que trabalham em unidade de terapia intensiva pediátrica e neonatal são candidatos a apresentarem estresse, alterações psicológicas e síndrome de Burnout. Pesquisas sobre o tema identificaram alterações importantes que acometem médicos e enfermeiros intensivistas: sobrecarga de trabalho, burnout, desejo de abandonar o trabalho e níveis elevados de cortisol entre outros fatores. CONCLUSÕES: Os profissionais que trabalham em unidade de terapia intensiva pediátrica e neonatal , pela especificidade do seu trabalho, estão expostos ao risco do estresse ocupacional e, conseqüentemente ao Burnout. Estes dados sugerem a necessidade de serem feitas pesquisas, com o objetivo de desenvolver medidas preventivas e modelos de intervenção.OBJECTIVES: Bibliographic review on occupational stress and burnout presence in physicians and nurses that work in pediatric and neonatal intensive care units. METHODS: The articles were selected from the MedLine, LILACS and SciElo data base using the key words: stress, burnout, physicians, nursing, intensive care unit, pediatric intensive care unit and neonatal intensive care unit. The studied period ranged from 1990 to 2007. RESULTS: Health professionals who work in pediatric and neonatal intensive care units are strong candidates for developing stress, psychological alterations and burnout syndrome. Researches on this subject identified important alterations suffered by these

  20. Evaluation of Intensivist-Nurses’ Knowledge Concerning Medication Administration Through Nasogastric and Enteral Tubes Evaluación del conocimiento del enfermero de terapia intensiva sobre administración de medicamentos por sonda nasogástrica y nasoentérica Avaliação do conhecimento do enfermeiro de unidade de terapia intensiva sobre administração de medicamentos por sonda nasogástrica e nasoenteral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lurdemiler Sabóia Mota

    2010-10-01

    administrados por sonda y el conocimiento de los enfermeros sobre el tema.O estudo objetivou avaliar o conhecimento do enfermeiro de unidade de terapia intensiva sobre as recomendações para a correta administração de medicamentos, por sondas nasogástrica e nasoenteral. Estudo exploratório-descritivo, com abordagem quantitativa, realizado com 49 enfermeiros em uma unidade de terapia intensiva de um hospital terciário, localizado na cidade de Fortaleza, no Estado do Ceará, Brasil. Dos enfermeiros, 36,7% relataram não dar atenção às formas farmacêuticas disponibilizadas pelo setor de farmácia na hora da utilização por sonda. O pilão de metal, madeira ou plástico foi o método mais referido (42,86% para triturar as formas sólidas prescritas. Sendo que 32,65% costuma deixar os fármacos em 20mL de água até dissolver, 65,3% atribuem ao médico a responsabilidade sobre a decisão da formulação farmacêutica e a correlação com a localização da sonda no trato gastrointestinal. Os achados apontam para diferença entre a literatura específica para medicamentos administrados por sonda e o conhecimento de enfermeiros sobre o assunto.

  1. Using the braden and glasgow scales to predict pressure ulcer risk in patients hospitalized at intensive care units Uso de la escala de braden y de glasgow para identificar el riesgo de úlceras de presión en pacientes internados en un centro de terapia intensiva Uso da escala de braden e de glasgow para identificação do risco para úlceras de pressão em pacientes internados em centro de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Magnani Fernandes

    2008-12-01

    Full Text Available Pressure ulcers remain a major health issue for critical patients. The purpose of this descriptive and exploratory study was to analyze the risk factors for the development of pressure ulcers in patients hospitalized at an intensive care unit of a university hospital. Patients were assessed through the Braden scale to determine the risk for the development of pressure ulcers and to identify individual risks, and the Glasgow scale was used to assess their consciousness. It was found that the risks associated with pressure ulcer development were: low scores on the Braden Scale on the first hospitalization day and low scores on the Glasgow scale. The results showed that these tools can help nurses to identify patients at risk, with a view to nursing care planning.Las ulceras de presión todavía representan un gran problema de salud en pacientes críticos. Este estudio, descriptivo y exploratorio, tuvo como objetivo evaluar los factores de riesgo para el desarrollo de la úlcera de presión presentes en pacientes internados en un centro de terapia intensiva de un hospital universitario. Los pacientes fueron evaluados utilizando la escala de Braden para determinar el riesgo de desarrollo de úlceras de presión e identificación de factores de riesgo individuales y con la escala de Glasgow para evaluar el nivel de conciencia. Se encontró que los factores de riesgo asociados al desarrollo de úlcera de presión fueron: las bajas puntuaciones de la Escala de Braden en el primer día de internación y las bajas puntuaciones de la escala de Glasgow. Los resultados confirmaron que estos instrumentos pueden ayudar al enfermero a identificar pacientes en riesgo y a planificar la asistencia.Úlceras de pressão ainda representam grande problema de saúde em pacientes críticos. Este estudo, descritivo e exploratório, objetivou avaliar os fatores de risco para o desenvolvimento de úlcera de pressão presentes em pacientes internados em um centro de

  2. Investigação da técnica de preparo de medicamentos para administração por cateteres pela enfermagem na terapia intensiva Investigación de técnicas de preparación de medicamentos administrados vía catéteres por enfermeros en terapia intensiva Research on preparation techniques for drugs administered through catheters by intensive care nursing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina de Deus Lisboa

    2013-02-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve como objetivo identificar a forma farmacêutica dos medicamentos preparados para serem administrados por cateteres e o perfil dos erros cometidos durante o preparo. Trata-se de estudo epidemiológico transversal, de natureza observacional, conduzido em uma unidade de terapia intensiva com amostra de 350 doses de medicamentos preparados por 56 técnicos de enfermagem. A coleta de dados ocorreu no mês de março de 2010. Os resultados mostram que 92% dos medicamentos eram sólidos. Os erros foram agrupados nas categorias diluição e mistura para formas líquidas, acrescidos de trituração para sólidos. As taxas de erro foram superiores a 40% em todas as categorias. Concluiu-se que: a trituração indevida pode ter comprometido o resultado terapêutico em comprimidos revestidos e de liberação controlada; não diluir xaropes pode ter contribuído para a obstrução de cateteres; misturar medicações ao triturá-las pode aumentar o risco de interações farmacêuticas.Se apuntó a identificar la forma farmacéutica de los medicamentos preparados para ser administrados vía catéter y el perfil de errores cometidos durante la preparación. Estudio epidemiológico transversal, de tipo observacional, desarrollado en unidad de terapia intensiva sobre muestra de 350 dosis de medicamentos preparados por 56 técnicos de enfermería. Datos recolectados en marzo de 2010. Los resultados expresan que 92% de los medicamentos eran sólidos. Los errores se agruparon en las categorías: dilución y mezcla para formas líquidas, agregados de trituración para sólidos. Las tasas de errores superaron el 40% en todas las categorías. Se concluye en que: la trituración inapropiada pudo comprometer el resultado terapéutico con comprimidos revestidos y de liberación controlada; no diluir jarabes pudo haber ayudado a obstruir catéteres, y mezclar medicamentos al triturarlos puede aumentar el riesgo de interacciones medicamentosas.The goals of

  3. Projeto de implantação das anotações de enfermagem em unidade de terapia intensiva pediátrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Blessane Lipski Canello

    1998-06-01

    Full Text Available O projeto, realizado na UTI Geral do Hospital Infantil, em Curitiba, Paraná, permitiu vivenciar praticas de enfermagem no tratamento da criança hospitalizada em estado grave e em situações concretas do cotidiano. Ao início do trabalho, percebeu-se a ausência de qualquer registro de cuidados de enfermagem, através de várias situações que, algumas vezes, colocavam em risco o tratamento da criança pela precariedade de informações e pela forma Taylorizada da assistência de enfermagem. A partir do diagnóstico do processo de registros de enfermagem, discutiu-se co m a equipe a construção do projeto, elaborou-se um formulário para as anotações e dois manuais (Anotações de Enfermagem e Noções de Farmacologia para o treinamento e acompanhamento dos profissionais. A implantação do projeto proporcionou uma maior interação paciente-enfermagem na assistência e incentivou, através da forma sistematizada dos registros das informações, um trabalho interdisciplinar, além da organização da assistência de enfermagem, resultando em maior qualidade e credibilidade da assistência.

  4. Avaliação do uso da clonidina para sedoanalgesia de pacientes sob ventilação mecânica prolongada, internados em unidade de terapia intensiva Evaluate the clonidine use for sedoanalgesia in intensive care unit patients under prolonged mechanical ventilation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachel Duarte Moritz

    2008-03-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O controle do desconforto dos pacientes internados em unidade de terapia intensiva (UTI tem-se tornado essencial na prática da Medicina intensiva. Os fármacos sedoanalgésicos podem influenciar na morbimortalidade do paciente crítico. Agentes a2-agonistas podem ter um futuro interessante nas UTI. O objetivo deste estudo foi avaliar a administração da clonidina para a sedoanalgesia de pacientes sob ventilação mecânica (VM prolongada. MÉTODO: Estudo de coorte histórico, onde foram selecionados os prontuários dos pacientes internados na UTI entre janeiro e dezembro de 2006, sob sedação, analgesia e ventilação mecânica por período > 7 dias. Foram anotados os dados demográficos, clínicos e terapêuticos desses pacientes, que foram subdivididos em três grupos: G1 - medicados com clonidina e outros sedoanalgésicos, G2 - medicados com mais de três fármacos sedoanalgésicos, exceto clonidina, e G3 - medicados com midazolam e fentanil. Registrou-se a dose média diária da clonidina, anotando-se, antes da sua administração, 6 e 24 horas após, os valores da freqüência cardíaca e pressão arterial. Para a análise estatística foram utilizados os testes Análise de Variância (ANOVA, t de Student, c² sendo considerado significativo quando p BACKGROUND AND OBJECTIVES: The control of patient discomfort in the intensive care unit (ICU has become an integral part of critical care practice. The sedoanalgesic drugs could influence critically ill patient's morbimortality. Alpha²-adrenoceptor agonists might have an interesting future in ICU. The objective of this study is to evaluate the clonidine use for sedoanalgesia in ICU patients under prolonged mechanical ventilation. METHODS: Historical cohort study. Admitted patient files, January-December 2006, which stayed under mechanical ventilation, analgesia and sedation > 7days were analyzed. Demographic, clinical features and therapeutic data concerning

  5. Avaliação da necessidade da solicitação de exames complementares para pacientes internados em unidade de terapia intensiva de hospital universitário Laboratory exams necessity for patients admitted to an university hospital intensive care unity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Osni Machado

    2006-12-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O aumento progressivo nos recursos diagnósticos tem aumentado a qualidade e a quantidade dos exames de laboratório realizados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI. A influência deste aumento sobre a morbidade e mortalidade não está bem definida. O objetivo deste estudo foi avaliar a freqüência da solicitação de exames na UTI do HU e verificar se houve ou não relação entre a quantidade de exames solicitados e a idade dos pacientes, o seu desfecho e a gravidade das doenças. MÉTODO: Coorte prospectiva, com abordagem quantitativa. Foram analisados os exames dos pacientes internados na UTI, dos meses de julho a dezembro, 2005. Foram coletados dados clínicos e demográficos dos pacientes e quantificados diariamente os exames mais freqüentemente solicitados na UTI. Seqüencialmente a média diária de exames foi calculada para todo o período de internação. Para fins de análise os pacientes foram divididos obedecendo três critérios: faixa etária, desfecho de saída da UTI e gravidade. Para a análise estatística foram utilizados os testes Exato de Fisher, Qui-quadrado e ANOVA. RESULTADOS: Foram admitidos 113 pacientes durante o período de estudo. A taxa média foi de 11,5 exames por dia de internação. Estes valores não apresentaram diferença estatística quando comparados entre os pacientes com idade acima ou abaixo de 60 anos, entre os que sobreviveram e os que foram a óbito e entre aqueles que tiveram taxa de óbito estimada em menos que 50% ou mais que 50%. CONCLUSÕES: Os exames solicitados não guardam correlação clínica e prognóstica com sua solicitação. Não houve estatística significativa quando a taxa diária média de exames foi relacionada à idade do paciente, ao desfecho e à gravidade.BACKGROUND AND OBJECTIVES: The progressive increasing diagnostic resources had influenced the quality and quantity of laboratory exams. It is not clear if the amount of exams performed

  6. Fatores de risco para óbito em unidade de terapia intensiva neonatal, utilizando a técnica de análise de sobrevida Risk factors for neonatal death in neonatal intensive care unit according to survival analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Susana de Paula Risso

    2010-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores de risco associados ao óbito de recém-nascidos internados na unidade de terapia intensiva neonatal do Hospital Universitário de Taubaté, SP. MÉTODOS: É um estudo longitudinal com informações obtidas dos prontuários dos recém-nascidos internados na unidade de terapia intensiva neonatal, do Hospital Universitário da Universidade de Taubaté. A variável dependente foi o tipo de desfecho: alta ou óbito. As variáveis independentes foram variáveis maternas e gestacionais: idade materna, hipertensão, diabetes, terapia com corticóide e parto; variáveis do recém-nascido: peso ao nascer, duração da gestação, escore de Apgar no primeiro e quinto minutos de vida, nascimento múltiplo, malformações congênitas e sexo; variáveis relativas à internação: relato de ventilação mecânica, ventilação pressão positiva, relato de nutrição parenteral prolongada, sepse, entubação, massagem cardíaca, fototerapia, doença da membrana hialina, oxigênioterapia, tempo de internação e fração inspirada de oxigênio. Foi construído um modelo de forma hierarquizada em três níveis para análise de sobrevida, através do modelo de Cox; o programa computacional utilizado foi o Stata v9 e permaneceram no modelo final as variáveis com pOBJECTIVE: To identify risk factors associated with death of infants admitted to neonatal intensive care unit of Taubaté University Hospital. METHODS: It is a longitudinal study with information obtained from medical records of newborns admitted to the neonatal intensive care unit of Taubaté University Hospital. Type of outcome, discharge or death, was dependent variable. The independent variables were maternal and gestational variables: maternal age, hypertension, diabetes, corticosteroid therapy and delivery; variables of the newborn: birth weight, gestation length, Apgar score in the first and fifth minutes of life, multiple birth, congenital malformations and sex

  7. Dengue e dengue hemorrágico: aspectos do manejo na unidade de terapia intensiva Dengue and dengue hemorrhagic fever: management issues in an intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sunit Singhi

    2007-05-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Descrever a epidemiologia, as características clínicas e o tratamento do dengue e das síndromes do choque associadas ao dengue. FONTES DOS DADOS: Para esta revisão de literatura, foi feita uma pesquisa no Pubmed e nos websites da Organização Mundial da Saúde (OMS e OPAS usando os termos dengue e síndrome do choque associada ao dengue. A informação foi complementada com a experiência pessoal dos autores. SÍNTESE DOS DADOS: O dengue é a mais importante doença viral transmitida por artrópodos em seres humanos. A doença se manifesta de diversas formas, variando desde uma síndrome viral não-diferenciada até febre hemorrágica e choque grave. O dengue é uma enfermidade autolimitada, não específica, caracterizada por febre, cefaléia, mialgia, e sintomas constitucionais. As formas mais graves (febre hemorrágica e síndrome do choque podem levar a um comprometimento multissistêmico e ao óbito. O diagnóstico precoce e um acompanhamento contínuo do agravamento e da resposta ao tratamento são necessários em todos os casos. A OMS recomenda uma abordagem escalonada para o manejo, adequada para as formas mais leves e para o choque precoce. Nas formas mais graves, é preciso uma abordagem agressiva de reanimação com fluidos e de suporte à falência de órgãos em pacientes em estado crítico. As pesquisas sobre as diferenças fisiopatológicas entre o choque do dengue e o choque séptico, seleção de fluidos, agentes inotrópicos e técnicas de suporte a órgãos podem beneficiar os pacientes em estado crítico. CONCLUSÕES: Não há uma terapia específica para infecções causadas pelo dengue. Um bom tratamento de suporte pode salvar vidas mas, em última análise, as iniciativas de controle do vetor e de prevenção contra picadas do mosquito podem trazer os maiores benefícios.OBJECTIVES: To describe the epidemiology, clinical features and treatment of dengue fever and dengue shock syndrome. SOURCES: To prepare

  8. Humanização da assistência de fisioterapia: estudo com pacientes no período pós-internação em unidade de terapia intensiva Humanization of physiotherapy care: study with patients post-stay in the intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Maia Lopes

    2009-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: As unidades de terapia intensiva surgiram a partir da necessidade de aperfeiçoamento e concentração de recursos materiais e humanos para o atendimento a pacientes graves, e da necessidade de observação constante e assistência contínua. Entretanto, o paciente internado na unidade de terapia intensiva necessita de cuidados de excelência, dirigidos não apenas aos problemas fisiopatológicos, mas também para as questões psicossociais, que se tornam intimamente interligadas à doença física. Neste local tão exigente quanto à competência da equipe multiprofissional, a presença do fisioterapeuta tem sido cada vez mais freqüente. Este estudo teve por objetivo constatar se a conduta profissional do fisioterapeuta experimentada na unidade de terapia intensiva é humanizada. MÉTODO: Foi elaborado um questionário para avaliação da humanização da assistência de fisioterapia e incluídos pacientes maiores de 18 anos, lúcidos e que estiveram internados em unidade de terapia intensiva por período igual ou superior a 24 horas. RESULTADOS: Foram entrevistados 44 pacientes e 95.5% destes avaliaram a assistência de fisioterapia como humanizada. Observou-se associação positiva entre insatisfação com os itens dignidade, comunicação, garantia e empatia, e uma assistência de fisioterapia desumanizada. Pacientes que avaliaram a garantia como negativa apresentaram uma chance 2.0 (0.7 - 5.3 vezes maior de perceberem a assistência como desumanizada. Pacientes que avaliaram a empatia como negativa apresentaram uma chance 1,6 (0,8 - 3,4 vezes maior de perceberem essa assistência como desumanizada. CONCLUSÕES: A assistência de fisioterapia prestada na unidade de terapia intensiva foi marcada pelo bom atendimento, pela atenção dada ao paciente e pelo tratamento de qualidade, caracterizando uma assistência humanizada.OBJECTIVES: The intensive care unit emerged to improve and concentrate material and human resources for the

  9. Freqüência e percentual de suscetibilidade de bactérias isoladas em pacientes atendidos na unidade de terapia intensiva do Hospital Geral de Fortaleza Frequency and susceptibility percentile of bacteria isolated in patients assisted in the intensive care unit of the General Hospital of Fortaleza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everardo Albuquerque Menezes

    2007-06-01

    Full Text Available INTRODUÇAO: As infecções hospitalares, hoje, são motivo de grande preocupação no âmbito hospitalar, principalmente nas unidades de terapia intensiva (UTIs, nas quais encontramos uma associação de fatores propícios ao surgimento de infecções. Objetivos: Verificar a freqüência e o perfil de suscetibilidade aos antimicrobianos das bactérias isoladas de pacientes da UTI do Hospital Geral de Fortaleza (HGF. MATERIAL E MÉTODOS: As bactérias foram isoladas em meio de cultura e a identificação e o teste de suscetibilidade aos antimicrobianos realizados por meio do sistema de automação MicroScan WalkWay. RESULTADOS: No período de janeiro a dezembro de 2002 houve 34% de positividade de bactérias no aspirado traqueal de pacientes da UTI; 10% de positividade no cateter; 26% de positividade na urina; e 30% de positividade no sangue. As bactérias mais freqüentes do aspirado traqueal foram Pseudomonas aeruginosa (16% e Klebsiella pneumoniae (15%. Em cateteres, houve maior freqüência de Staphylococcus coagulase negativa (SCN (25% e Staphylococcus aureus (25%; na urina, predominaram Klebsiella pneumoniae (16% e Pseudomonas aeruginosa (14%. Em hemoculturas, as bactérias mais isoladas foram SCN (41% e Staphylococcus aureus (17%. Foi observado, em relação ao perfil de suscetibilidade, que as Pseudomonas aeruginosa isoladas de aspirado traqueal apresentaram total suscetibilidade à piperacilina e resistência total à ceftriaxona e à cefotaxima. A Klebsiella pneumoniae isolada de aspirados traqueais foi totalmente sensível ao imipenem, não apresentando resistência total a nenhum antimicrobiano testado, e apresentou suscetibilidade de 54% à ceftazidima. Em cateter ela apresentou resistência a ampicilina/sulbactam, cefepima, cefotaxima, ceftazidima, ceftriaxona, cefuroxima, gentamicina, piperacilina/tazobactam, piperacilina, ticarcilina/clavulanato e tobramicina, bem como suscetibilidade ao imipenem. Na urina, observamos 55% de

  10. Aspectos clínicos de recém-nascidos admitidos em Unidade de Terapia Intensiva de hospital de referência da Região Norte do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samyra Said de Lima

    2015-08-01

    Full Text Available Introdução: O conhecimento das características de nascimento e óbitos de recém-nascidos, condições biológicas da gestação e parto, bem como dos neonatos admitidos em Unidades de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN, disponibilizadas através de estudos epidemiológicos podem subsidiar ações de assistência em saúde materno-infantil, minimizando a ocorrência de agravos e planejando um atendimento mais adequado. Objetivo: Descrever os aspectos clínicos de recém-nascidos admitidos na UTIN de hospital de referência da região norte do país. Métodos: Estudo transversal, descritivo e documental com amostragem aleatória simples composta por 318 prontuários de recém-nascidos admitidos na UTIN no ano de 2013, coletados por meio de ficha estruturada durante os meses de abril a julho de 2014. Foi realizada análise descritiva simples dos dados. Resultados: A amostra constituiu-se de neonatos masculinos (53,14%, prematuros (92,14% e de baixo peso ao nascimento (80,5%, com Apgar adequados no 1º e 5º minutos e sem utilizar surfactante pulmonar exógeno (54,72%. Suas genitoras constituíram-se de adultas jovens, com pré-natal inadequado (72,6%, partos cesarianos (56,0%, sem corticoterapia antenatal (91,19% e provenientes do interior do estado (44,0%. Prematuridade foi a principal causa de admissão na Unidade (77,04%. Os neonatos necessitaram de suporte ventilatório, oxigenoterapia e assistência fisioterapêutica (92,14%. No total, 55% dos óbitos ocorreram precocemente, sendo o choque séptico a principal causa (40,83%. Conclusão: Estes resultados revelam as características dos recém-nascidos desta Unidade podendo contribuir no direcionamento de ações públicas voltadas à prevenção de agravos e a promoção da saúde materna e neonatal a nível regional e nacional.

  11. Percepção de enfermeiros sobre dilemas éticos relacionados a pacientes terminais em Unidades de Terapia Intensiva Percepción de enfermeros sobre dilemas éticos relacionados a pacientes terminales en unidades de terapia intensiva Perception of nurses about ethical dilemmas related to terminal patients in intensive care units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Aparecido Bezerra Chaves

    2009-03-01

    Full Text Available O presente estudo teve por objetivos conhecer a percepção de enfermeiros sobre dilemas éticos existentes na assistência de enfermagem a pacientes terminais, no contexto da UTI de um hospital geral do município de São Paulo e o que é considerado para a tomada de decisão. O estudo foi realizado através de entrevistas com dez enfermeiros atuantes na UTI, utilizando uma abordagem qualitativa, conforme a análise de conteúdo. Foram encontrados dilemas éticos ligados a: diversidade de valores; presença dos pacientes terminais na UTI; incertezas sobre a terminalidade e limites de intervenção para prolongar a vida dos pacientes; discordância de tomadas de decisão; não aceitação do processo de morte pela família do paciente e a falta de esclarecimento da família e do paciente. Além disso, para tomar decisão frente aos dilemas éticos, ele considera os seus valores, a ética profissional, a empatia e o diálogo com os colegas.El presente estudio tuvo como objetivos conocer la percepción de enfermeros sobre dilemas éticos existentes en la asistencia de enfermería a pacientes terminales en el contexto de la UTI de un hospital de São Paulo y lo que se considera como la toma de decisiones. El estudio fue realizado desde una perspectiva cualitativa, utilizando el análisis de contenidos. Fueron entrevistados diez enfermeros actuantes en la UTI. El estudio mostró que los enfermeros encuentran dilemas éticos generados por diversos factores: diversidad de valores; presencia dem los pacientes terminales en la UTI; incertidumbre generada a raíz de la condición terminal; los límites de intervención para prolongar la vida; discordancia en la toma de decisiones; resistencia para aceptar el proceso de muerte por parte de la familia y la falta de esclarecimiento de la família y de los pacientes. Además, sus valores, la ética profesional, la empatía y el diálogo son tenidos en cuenta para tomar decisiones.The purpose of this study

  12. Biossegurança em uma unidade de terapia intensiva: a percepção da equipe de enfermagem Bioseguridad en una unidad de terapia intensiva: la percepción del equipo de enfermería Biosecurity in an intensive care unit: the nursing team perception

    OpenAIRE

    Chistina Feitoza Correa; Marilurde Donato

    2007-01-01

    O estudo, de cunho descritivo com abordagem qualitativa, teve como objetivos: descrever as medidas de biossegurança adotadas pela equipe de enfermagem durante a assistência prestada em UTI; identificar a percepção da equipe de enfermagem acerca da importância da adoção e implementação de medidas de biossegurança durante esta assistência e analisar as possibilidades de implementação por esta equipe de medidas de biossegurança durante esta assistência. Os dados foram obtidos por meio de observa...

  13. Diabetes mellitus e intolerância à glicose são subdiagnosticados nas unidades de terapia intensiva Diabetes mellitus and impaired glucose tolerance are underdiagnosed in intensive care units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Teixeira Ladeira

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a presença de diabetes mellitus e a intolerância à glicose em pacientes internados em unidades de terapia intensiva. MÉTODOS: Foram incluídos pacientes clínicos, em pós-operatório de cirurgias eletivas e de urgência, e excluídos aqueles com história de diabetes mellitus. Para o diagnóstico de alterações prévias da glicemia, utilizou-se a dosagem da hemoglobina glicada (HbA1c na admissão do paciente, sendo classificado em normal (6,4%. Durante os 3 primeiros dias da internação, foram avaliados o controle glicêmico e as complicações clínicas. A evolução para óbito foi acompanhada por 28 dias. Para as análises estatísticas, utilizaram-se testes do qui-quadrado, ANOVA, teste t de Student, Kruskall-Wallis ou Mann Whitney. RESULTADOS: Foram incluídos 30 pacientes, 53% do gênero feminino, idade de 53,4±19,7 anos e APACHE II de 13,6±6,6. A maioria dos pacientes foi admitida por sepse grave ou choque séptico, seguido por pós-operatório de cirurgias eletivas, oncológicas, politraumatismo e cirurgia de urgência. Ao classificar esses pacientes segundo a HbA1c, apesar da ausência prévia de história de diabetes mellitus, apenas 13,3% tinham HbA1c normal, 23,3% tinham níveis compatíveis com o diagnóstico de diabetes mellitus e 63,3% eram compatíveis com intolerância à glicose. Houve associação significativa entre o diagnóstico de diabetes mellitus ou intolerância a glicose e o uso de droga vasoativa (p=0,04. CONCLUSÃO: Foi encontrada alta prevalência de diabetes mellitus e intolerância à glicose, sem diagnóstico prévio, em pacientes internados em uma unidade de terapia intensiva geral.OBJECTIVE: To evaluate the presence of diabetes mellitus and impaired glucose tolerance in intensive care unit inpatients. METHODS: The study included patients in post-surgical care for elective and emergency surgery and excluded those patients with known diabetes mellitus. To diagnose prior serum glucose

  14. Biossegurança em uma unidade de terapia intensiva: a percepção da equipe de enfermagem Bioseguridad en una unidad de terapia intensiva: la percepción del equipo de enfermería Biosecurity in an intensive care unit: the nursing team perception

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chistina Feitoza Correa

    2007-06-01

    Full Text Available O estudo, de cunho descritivo com abordagem qualitativa, teve como objetivos: descrever as medidas de biossegurança adotadas pela equipe de enfermagem durante a assistência prestada em UTI; identificar a percepção da equipe de enfermagem acerca da importância da adoção e implementação de medidas de biossegurança durante esta assistência e analisar as possibilidades de implementação por esta equipe de medidas de biossegurança durante esta assistência. Os dados foram obtidos por meio de observação sistemática e entrevistas com roteiro semi-estruturado, realizadas na UTI onde trabalhavam 29 profissionais de enfermagem.A análise temática das entrevistas permitiu identificar três categorias: medidas de biossegurança adotadas pela equipe de enfermagem; percepção desta equipe em relação à importância da adoção e implementação das medidas de biossegurança; e possibilidades de intervenção para a adoção e implementação de medidas de biossegurança.Verificou-se que as normas de biossegurança devem incluir as "boas práticas", possibilitando alcançar um ambiente laboral sem riscos ocupacionais.El estudio es de cuño descriptivo con abordaje cualitativo, tuvo como objetivos: describir las medidas de bioseguridad adoptadas por el equipo de enfermería durante la asistencia prestada en UTI; identificar la percepción del equipo de enfermería acerca de la importancia de la adopción e implementación de medidas de bioseguridad durante esta asistencia y analizar las posibilidades de implementación por este equipo de medidas de bioseguridad durante esta asistencia. Los datos se han obtenido por medio de observación sistemática y entrevistas con guión semi-estructurado, realizadas en la UTI donde trabajaban 29 profesionales de enfermería. El análisis temático de las entrevistas permitió identificar tres categorías: medidas de bioseguridad adoptadas por el equipo de enfermería; la percepción de este equipo en

  15. Análise de um modelo de risco pré-operatório específico para cirurgia valvar e a relação com o tempo de internação em unidade de terapia intensiva Analysis of specific pre-operative model to valve surgery and relationship with the length of stay in intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Montes Pena

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: O tempo de internação prolongado após cirurgia cardíaca é associado a resultados imediatos ruins e aumento dos custos. O objetivo deste estudo foi analisar o poder preditor do escore de Ambler na previsão do tempo de internação em unidade de terapia intensiva. MÉTODOS: Estudo de coorte retrospectiva com dados coletados de 110 pacientes submetidos à cirurgia de troca valvar isolada ou associada. Os valores do escore aditivo e logístico do escore de Ambler e as performances preditivas do escore de Ambler foram obtidos por meio da curva ROC. A estadia em unidade de terapia intensiva definiu-se como normal 3 dias. A área sobre as curvas dos modelos aditivo e logístico foram comparadas por meio do teste de Hanley-MacNeil. RESULTADOS: A média de permanência em unidade de terapia intensiva foi de 4,2 dias. Sessenta e três pacientes pertenciam ao sexo masculino. O modelo logístico apresentou área sob a curva ROC de 0,73 e 0,79 para internação >3 dias e 3 dias e OBJECTIVES: The length of stay after prolonged cardiac surgery has been associated with poor immediate outcomes and increased costs. This study aimed to evaluate the predictive power of the Ambler Score to anticipate the length of stay in the intensive care unit. METHODS: This was a retrospective cohort study based on data collected from 110 patients undergoing valve replacement surgery alone or in combination with other procedures. Additive and logistic Ambler Scores were obtained and their predictive performances calculated using the Receiver Operating Characteristic curve. The normal length stay in the intensive care unit was assumed to be 3 days. The areas under the receiver operating curves for both the additive and logistic models were compared using the Hanley-MacNeil test. RESULTS: The mean intensive care unit length of stay was 4.2 days. Sixty-three patients were male. The logistic model showed areas under the receiver operating characteristic curve of 0

  16. Efeitos de intervenção educativa na adesão às recomendações técnicas de aspiração traqueobrônquica em pacientes internados na unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erimara Dall'Agnol de Lima

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a efetividade de uma intervenção educacional na adesão dos profissionais da saúde às recomendações técnicas de aspiração traqueobrônquica em pacientes internados na unidade de terapia intensiva. MÉTODOS: Estudo quasi-experimental, com avaliação da adesão dos profissionais da unidade de terapia intensiva às recomendações da técnica de aspiração traqueobrônquica, em pacientes internados na unidade de terapia intensiva, antes e após uma intervenção educacional teórico-prática. As comparações foram feitas com teste do qui-quadrado e foi utilizado o nível de significância de p<0,05. RESULTADOS: Foram observados 124 procedimentos, pré e pós-intervenção. Verificou-se aumento da adesão em: utilização de equipamento para proteção individual (p=0,01, cuidado com a abertura da embalagem do cateter (p<0,001, uso de luva estéril na mão dominante para retirada do cateter (p=0,003, contato da luva estéril apenas com o cateter (p<0,001, realização de movimentos circulares durante a retirada do cateter (p<0,001, cateter envolto na luva estéril no final do procedimento (p=0,003, utilização de água destilada, aberta no início do procedimento, para lavagem do látex de conexão (p=0,002, descarte do restante do conteúdo de água destilada ao final do procedimento (p<0,001 e realização do conjunto dos procedimentos da técnica de aspiração (p<0,001. CONCLUSÃO: Houve baixa adesão dos profissionais de saúde às medidas preventivas de infecção hospitalar, indicando a necessidade de implantação de estratégias educativas. A intervenção educativa utilizada mostrou-se efetiva para melhorar a adesão às recomendações da técnica de aspiração traqueobrônquica.

  17. La muerte en un servicio de terapia intensiva: Influencia de la abstención y retiro del soporte vital Death in an intensive care unit: Influence of life support withholding and withdrawal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Gherardi

    2006-06-01

    Full Text Available Se estudió la influencia de la abstención y retiro del soporte vital en la muerte ocurrida en un servicio de Terapia Intensiva durante un período de 32 meses. Sobre 2640 pacientes ingresados se registró la conducta terapéutica en 548 muertos, clasificando la misma en cinco categorías: (i tratamiento completo, (ii tratamiento completo con orden de no resucitación (ONR, (iii abstención de soporte vital, (iv retiro de soporte vital y (v muerte cerebral. Hubo limitación terapéutica de soporte vital en el 45.6% (n= 250 con un predominio importante de la abstención (ONR y abstención en el 32.6% respecto del retiro de soporte vital (8.2%. Del estudio comparativo con otras estadísticas surge el hallazgo de un porcentaje global de limitación terapéutica media cercana a comunidades con una cultura similar, aunque con una incidencia de retiro (8.2% manifiestamente inferior a la registrada en todos los países cualesquiera fuera su actitud frente a la necesidad de establecer diversos grados de control sobre el recurso tecnológico en el paciente crítico. Deberá indagarse la influencia que tiene la percepción moral del dejar de actuar, como un proceder inconveniente en nuestra sociedad, en los resultados observados.The influence of life support withholding and withdrawal on the deaths which occurred in an Intensive Care Unit (ICU over a period of 32 months was analysed. Of 2640 patients admitted in ICU, one of the following five mutually exclusive categories was registered on the 548 patients who died: (i complete treatment; (ii complete treatment with non-resuscitation order (NRO; (iii withholding of life-sustaining treatment; (iv withdrawal of life-sustaining treatment; and (v brain death. There was therapeutic limitation of life support in 45.6% of cases (n=250, with an important majority of withholding (NRO and withholding in 32.6% of cases, in comparison to withdrawal of life support (8.2% of cases. The comparative analysis with other

  18. Riscos ocupacionais entre trabalhadores de enfermagem de uma unidade de terapia intensiva Riesgos ocupacionales entre trabajadores de enfermeria de una unidad de cuidados intensivos Occupational risks among a nursing staff working in an intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Médice Nishide

    2004-12-01

    Full Text Available Estudo descritivo no qual foram identificados os principais riscos ocupacionais a que estão expostos os trabalhadores de enfermagem de uma unidade de terapia intensiva. Os dados foram coletados por meio de entrevista individual, utilizando-se roteiro estruturado. Constatou-se que os trabalhadores estão expostos a riscos de acidentes relacionados aos procedimentos de assistência aos pacientes e ao ambiente laboral. Foi observado que a maioria dos trabalhadores utilizavam luvas, máscaras e aventais como barreiras de proteção, e um baixo percentual, óculos de sobrepor como medida de segurança. Concluiu-se que são necessárias mudanças no ambiente de trabalho para minimizar os riscos em procedimentos de assistência e no ambiente laboral, além de treinamento, conscientização de práticas seguras e fornecimento de dispositivos de segurança aos trabalhadores.Estudio descriptivo en el cual fueron identificados los principales riesgos ocupacionales a los que están expuestos los trabajadores de enfermería de una unidad de cuidados intensivos. Los datos fueron recolectados por medio de una entrevista individual, utilizándose un esquema estructurado. Se constató que los trabajadores están expuestos a riesgos de accidentes relacionados a los procedimientos de asistencia a los pacientes y al ambiente laboral. Fue observado que la mayoría de los trabajadores usaban guantes, máscaras y delantales como barreras de protección y un bajo porcentaje usaban anteojos de protección como medida de seguridad. El estudio dejó como conclusión la necesidad de modificaciones en el ambiente de trabajo para minimizar los riesgos en procedimientos de asistencia y del ambiente laboral, aparte del entrenamiento, concientización de prácticas seguras y ofrecimiento de dispositivos de seguridad a los trabajadores.This is a descriptive study that detected the main occupational risks to which the nursing staff working in an intensive care unit are exposed

  19. Desenvolvimento e validação de teoria fundamentada em dados sobre o ambiente de unidade de terapia intensiva Desarrollo y validación de la teoría fundamentada sobre el medio ambiente de la unidad de cuidado intensivo Development and validation of the theory based on data about the environment of the intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli Terezinha Stein Backes

    2011-12-01

    Full Text Available Estudo qualitativo que partiu da questão: como vêm sendo construídas as teorias e modelos de cuidado de enfermagem, focalizando o processo de construção da teoria substantiva, referente à Tese que teve como objetivos compreender o significado do ambiente de cuidados em Unidade de Terapia Intensiva e construir um modelo teórico sobre ele. O método utilizado foi a Grounded Theory. Realizaram-se 39 entrevistas com 47 sujeitos diferenciados de três Unidades de Terapia Intensiva Adulto, em Florianópolis/SC, Santa Maria/RS e Pelotas/RS, entre junho de 2009 a setembro de 2010. A teoria "Sustentando a vida no ambiente complexo de cuidados em Unidade de Terapia Intensiva" foi delimitada por oito categorias. Conclui-se que sustentar a vida no ambiente de Unidade de Terapia Intensiva significa investir intensivamente no cuidado de pacientes instáveis, com auxílio de tecnologias diferenciadas e profissionais capacitados, trabalhando em equipe, onde se convive com estresse/conflitos e dificuldades para lidar com a morte.Estudio cualitativo, empieza con la pregunta: ¿cómo se construyen las teorías y modelos de atención de enfermería, centrándose en el proceso de construcción de la teoría sustantiva de la Tesis cuyo objetivo fue comprender el significado del entorno de la atención en la Unidad de Cuidados Intensivos y construir un modelo teórico sobre el mismo. Se utilizó la Teoría Fundamentada. Se realizaron 39 entrevistas a 47 sujetos de 3 Unidades de Cuidado Intensivo Adulto, en Florianópolis/SC, Santa Maria/RS y Pelotas/RS, entre junio de 2009 y septiembre de 2010. Se construyó una teoría de "mantenimiento de la vida en el complejo entorno de la atención en la unidad de cuidados intensivos", definida por 8 categorías. Sostener la vida en el entorno de la Unidad de Cuidados Intensivos significa invertir intensamente en el cuidado de los pacientes ingresados y que no se encuentran en una situación estable, con la ayuda de

  20. Infecção por Saccharomyces cerevisae: uma infecção atípica em UTI Saccharomyces cerevisiae infection: an unusual pathogen in the ICU

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Henriques Alves da Silva

    2011-03-01

    Full Text Available Descreve-se aqui o caso de infecção fúngica mista por leveduras em paciente de UTI: por Saccharomyces cerevisae - levedura conhecida e de larga utilização na panificação e produção de vinhos - e Candida albicans. As infecções fúngicas mistas possuem alta mortalidade em terapia intensiva. Discutimos neste artigo o caso de paciente idoso portador de doença pulmonar obstrutiva crônica, portador de tumor não tratado de bexiga, tabagista, admitido no Hospital com quadro diarréico, evoluindo para choque séptico, com isolamento em hemoculturas das duas leveduras supracitadas. Quadro grave, de evolução letal, possibilitando a discussão de um dos germes emergentes em unidade de terapia intensiva e apresentação atípica em terapia intensiva.A case of a mixed fungal yeast infection involving Saccharomyces cerevisiae - well known for its use in the bread and wine industries - and Candida albicans, is described in an intensive care unit patient. Mortality due to mixed fungal infections in the intensive care unit is high. An elderly smoker patient with chronic pulmonary obstructive disease and untreated bladder neoplasm was admitted to the hospital with diarrhea and progressed to septic shock. The above-mentioned yeasts were identified in blood cultures. This case with fatal outcome provides an opportunity to discuss one of the emergent germs found in the intensive care unit, in a case with an atypical presentation.

  1. Enfermedad respiratoria grave en terapia intensiva durante la pandemia por el virus de influenza A (H1N1 2009 Severe respiratory disease in an intensive care unit during influenza A(H1N12009 pandemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Aquino-Esperanza

    2010-10-01

    Full Text Available Se describen pacientes hospitalizados en una unidad de terapia intensiva por enfermedad respiratoria aguda grave con características de influenza durante los primeros meses de la pandemia por influenza A(H1N1 2009 en la Argentina. Evaluamos datos clínicos, scores de gravedad, pruebas de laboratorio, microbiología y radiología torácica al ingreso, evolución y mortalidad hospitalaria, comparando pacientes con y sin confirmación de H1N1 por test de reacción de polimerasa en cadena, transcriptasa reversa (RT-PCR. Entre junio y julio de 2009 se internaron 31 pacientes adultos con una mediana de edad de 54 años (percentilo 25-75: 33-66. Presentaron test positivo para H1N1, 17 pacientes. Tenían al menos una condición concurrente 16 pacientes. La expresión radiográfica más frecuente fue infiltrados intersticio-alveolares bilaterales en 20 casos; 5 tenían consolidación lobar unilateral. La coinfección bacteriana (aislamiento de bacterias o IgM positiva para infecciones bacterianas, se demostró en 21 pacientes. Requirieron ventilación mecánica 23 pacientes y 18 desarrollaron síndrome de distrés respiratorio agudo (SDRA. La linfopenia y elevación de creatinina-fosfoquinasa fue frecuente (83% y 65%, respectivamente. Los 6 pacientes que murieron (19% eran mayores de 75 años o tenían cáncer o inmunodepresión. El tratamiento antiviral temprano (≤ 48 horas se asoció a menor necesidad de ventilación mecánica (54% vs. 89%; p: 0.043. No hubo diferencia significativa en las variables analizadas entre el grupo H1N1 positivo y el negativo, lo que sugiere tener igual enfoque terapéutico frente a una epidemia. La infección por H1N1 determinó falla respiratoria aguda y SDRA. La mortalidad ocurrió en pacientes añosos o con co-morbilidades graves.We describe characteristics of patients admitted to our intensive care unit with severe acute respiratory illness and influenza-like syndrome during the first months of the pandemic influenza

  2. Médicos plantonistas de unidade de terapia intensiva: perfil sócio-demográfico, condições de trabalho e fatores associados à síndrome de burnout Intensive care unit physicians: socio-demographic profile, working conditions and factors associated with burnout syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dalton de Souza Barros

    2008-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: A síndrome de Burnout é uma reação de estresse excessivo relacionada ao trabalho que se apresenta em três dimensões: exaustão emocional, despersonalização e ineficácia. O objetivo deste estudo foi descrever o perfil de médicos plantonistas de unidades de terapia intensiva e avaliar os fatores associados à presença de síndrome de Burnout nessa população. MÉTODOS: Estudo descritivo de corte transversal, avaliando os médicos que trabalham em unidades de terapia intensiva adulto de Salvador-BA com carga mínima de 12 horas de plantão semanal. Foi distribuído um questionário auto-aplicável dividido em duas partes: a primeira referente a características sóciodemográficas e a segunda composta da avaliação da síndrome de Burnout através do Maslach Burnout Inventory. RESULTADOS: Foram avaliados 297 plantonistas, sendo 70% homens. A média de idade e de tempo de formado foi de 34,2 e 9 anos, respectivamente. Níveis elevados de exaustão emocional, despersonalização e ineficácia foram encontrados em 47,5%, 24,6% e 28,3%, respectivamente. A prevalência da síndrome de Burnout, considerada como nível elevado em pelo menos uma dimensão, foi de 63,3%. Esta prevalência foi significativamente menor nos médicos que possuíam título de especialista em medicina intensiva, com mais de nove anos de formado e que ainda pretendem trabalhar por mais de 10 anos em unidades de terapia intensiva. A prevalência foi maior nos médicos com mais de 24 horas de plantão ininterrupto em terapia intensiva por semana. CONCLUSÕES: A prevalência de síndrome de Burnout foi elevada entre os médicos avaliados, sendo mais freqüente nos plantonistas mais jovens, com elevada carga de trabalho e sem especialização em medicina intensiva.OBJECTIVES: Burnout syndrome is a response to prolonged occupational stress that involves three main dimensions: emotional exhaustion, depersonalization, and reduced personal accomplishment. The aim

  3. A alta prevalência de prescrições de medicamentos off-label e não licenciados em unidade de terapia intensiva pediátrica brasileira High prevalence of off-label and unlicensed drug prescribing in a Brazilian intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilian de Abreu Ferreira

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever o uso e determinar a prevalência de medicamentos de uso off-label enão licenciados em prescrições na unidade de terapia intensiva pediátrica de um hospital no sudeste do Brasil. MÉTODOS: Estudo transversal envolvendo os pacientes internados na unidade de terapia intensiva pediátrica durante o período de maio de 2008 a janeiro de 2009. A classificação quanto aos critérios de aprovação da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa foi baseada em seu bulário eletrônico e no Dicionário de Especialidades Farmacêuticas e as análises realizadas no software R. RESULTADOS: Foram analisados 1.054 itens de prescrição de 73 pacientes. O gênero feminino foi o mais frequente (52% e a idade dos pacientes variou de zero a 16 anos. Observou-se que 23,4% dos medicamentos foram prescritos de modo off-label, 12,6% não licenciados e 1,4% foram classificados em ambas as razões; 86% receberam ao menos um item de uso off-label e 67% ao menos um item de uso não licenciado. Os grupos terapêuticos mais prescritos foram os antibacterianos de uso sistêmico, os analgésicos, psicolépticos e antiasmáticos. CONCLUSÃO: Os resultados do presente trabalho confirmam a alta prevalência do uso off-label e não licenciados dos medicamentos em unidade de terapia intensiva pediátrica.OBJECTIVE: To describe the use and determine the prevalence of off-label and unlicensed drug use prescribing in a pediatric intensive care unit in a Southeastern Brazilian hospital METHODS: Cross-sectional study of inpatients in a pediatric intensive care unit from May 2008 through January 2009. The classification according to the Brazilian regulatory agency (Agência de Vigilância Sanitária - Anvisa approval criteria was based on the Anvisa electronic package insert list, Pharmaceuticals Dictionary, and the analysis was conducted through R software. RESULTS: We analysed 1,054 prescription items for 73 patients. Females predominated (52%, and the

  4. Emergência de infecção por Trichosporon Asahii em pacientes portadores de insuficiência cardíaca em unidade de terapia intensiva cardiológica: relato de caso e revisão da literatura Trichosporon asahii an emerging etiologic agent of fungal infection and colonization in heart failure patients in intensive care unit: case report and literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Aurélio de Paiva Fagundes Júnior

    2008-03-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As infecções fúngicas por Trichosporon Asahii têm sido cada vez mais freqüentes nas últimas duas décadas. Quadros graves com alta mortalidade são tradicionalmente descritos em pacientes neutropênicos com câncer. Recentemente, a infecção tem ocorrido também em outros grupos de pacientes. O objetivo deste estudo foi descrever a crescente prevalência de Trichosporon asahii em unidade de terapia intensiva cardiológica (UTIC, com perfil de pacientes habitualmente não susceptíveis a tal infecção fúngica, relatar um caso clínico e revisão da literatura. RELATO DO CASO: Paciente do sexo feminino, 85 anos, com antecedentes de hipertensão arterial sistêmica, insuficiência cardíaca (fração de ejeção = 30% e embolia pulmonar, admitida na UTI depois de parada cardiorrespiratória em fibrilação ventricular durante consulta de rotina. Evoluiu sem seqüela neurológica. O ecocardiograma não revelou alterações em relação ao exame anterior. Não houve alteração dos indicadores de necrose miocárdica. A paciente apresentou falha na extubação traqueal e desmame difícil, necessitando ventilação mecânica prolongada mesmo após traqueostomia. Houve complicações por insuficiência renal aguda e infecções recorrentes (respiratória, urinária e sistêmica, com boa resposta ao tratamento com antibióticos de amplo espectro. Após sete meses de internação na UTI, evoluiu com choque séptico, associado à infecção urinária por Trichosporon asahii, com hemoculturas identificadas pelo mesmo fungo. Iniciado tratamento com anfotericina B lipossomal (5 mg/kg/dia. Apesar do uso associado de vancomicina e imipenem, houve piora clínica progressiva. Hemoculturas colhidas no sétimo dia de uso de antifúngico revelaram-se negativas, porém a urocultura ainda revelou o crescimento de T. asahii. Evoluiu com óbito após 18 dias de tratamento, por falência de múltiplos órgãos. CONCLUSÕES: O aumento

  5. Interferências na absorção de levotiroxina e dificuldades no manuseio de pacientes com hipotireoidismo na unidade de terapia intensiva: relato de dois casos e revisão de literatura Levothyroxine absorption and difficult management of hypothyroid patients in the intensive care unit: two case reports and a literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Marinho Vinagre

    2011-06-01

    Full Text Available Inúmeros fatores podem influenciar a absorção da levotiroxina nos pacientes hipotireoideos, especialmente medicações e administração concomitante com alimentos. Nos pacientes internados em unidade de terapia intensiva, estes fatores são mais evidentes, principalmente em função da dieta enteral contínua além de diversas medicações que podem interferir na sua absorção. Alterações adaptativas no eixo hipotálamo-hipófise-tireóide e alterações clínicas comumente presentes em pacientes críticos que podem ter contribuição de um hipotiroidismo não tratado se associam tornando ainda mais difícil o manuseio da reposição de levotiroxina. Relatamos dois casos de pacientes com hipotiroidismo internados em unidade de terapia intensiva, com suas respectivas abordagens para reposição de levotiroxina, levantando questões controversas como: qual a dose ideal de reposição, velocidade no incremento das doses, necessidade de associação com triiodotironina, interferência da dieta enteral na absorção, e finalmente as possíveis conseqüências de um hipotiroidismo não tratado e as formas clínicas e laboratoriais para monitorizar as doses hormonais administradas.Levothyroxine absorption in hypothyroid patients can be influenced by several factors, particularly medications and concomitant food administration. This is especially evident in intensive care unit patients, where a continual enteral diet and the administration of multiple medications changes its absorption. Changes or adaptations in the hypothalamic-pituitary-thyroid axis, in conjunction with clinical abnormalities possibly related to under-treatment of hypothyroidism, render levothyroxine replacement therapy very challenging. Here, we report two intensive care hypothyroidism patients and their respective levothyroxine replacement management issues, focusing on a number of controversial issues, such as the optimal replacement dose, how fast the levothyroxine doses

  6. Implantação do diagnóstico de enfermagem em unidade de terapia intensiva: uma análise periódica Aplicación de diagnóstico de enfermería en la unidad de cuidados intensivos: una revisión periódica Implementation of nursing diagnosis in the intensive care unit: a periodic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelita Paganin

    2010-06-01

    Full Text Available O conhecimento acerca da prevalência dos diagnósticos de enfermagem (DE contribui para a previsão dos cuidados necessários e para a orientação de programas de educação permanente. Estudo com delineamento transversal, que teve por objetivo identificar os principais DE de uma unidade de terapia intensiva (UTI, comparando-se as diferentes categorias entre os pacientes clínicos e cirúrgicos. A análise dos dados foi realizada de acordo com a taxonomia II da North American Nursing Diagnoses Association (NANDA. Nos 150 prontuários avaliados foram encontrados 195 diagnósticos, com uma média de 1,3 DE por paciente, majoritariamente do domínio segurança e proteção (39,5%. Os DE mais freqüentes foram: integridade tissular prejudicada (22%, troca de gases prejudicada (22%, perfusão tissular ineficaz cerebral (8,7%, integridade da pele prejudicada (7,7%, débito cardíaco diminuído (6,7% e perfusão tissular ineficaz cardiopulmonar (6,1%. Os DE mais prevalentes denotam as necessidades fisiológicas como as mais comuns na amostra estudada.El conocimiento acerca de la prevalencia de los diagnósticos de enfermería (DE ayuda a brindar la atención necesaria y la orientación de los programas de educación continua. Estudio que identifico los principales DE prescrito en la unidad de cuidados intensivos (UCI y compararlos entre pacientes médicos y quirúrgicos. Análisis de los datos se realizó de acuerdo a la taxonomía II de la North American Nursing Diagnoses Association (NANDA. En las 150 cartas evaluados fueron encontrados 195 diagnósticos, con un promedio de 1,3 por paciente, principalmente en el campo y la seguridad (39,5%. Los DE más comunes fueron: deterioro de la integridad tisular (22%, deterioro del intercambio gaseoso (22%, ineficacia de la perfusión tisular cerebral (8,7%, alteración de la integridad cutánea (7,7%, disminución del gasto cardíaco (6 , 7% y la perfusión tisular inefectiva cardiopulmonar (6,1%. Lo m

  7. Sobrecarga de trabalho da Enfermagem e incidentes e eventos adversos em pacientes internados em UTI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Cristina Zago Novaretti

    2014-10-01

    Full Text Available Estudo prospectivo, tipo coorte que visou identificar a influência da sobrecarga de trabalho da Enfermagem na ocorrência de incidentes sem lesão e eventos adversos em 399 pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI. Para coleta de dados, foi aplicado um questionário estruturado e feita análise de prontuários. Nessas admissões, aproximadamente 78% dos incidentes sem lesão e eventos adversos em pacientes foram relacionados à esfera da Enfermagem. Essas ocorrências foram atribuídas à sobrecarga de trabalho, aumentaram o número de dias de internação e o risco de óbito dos pacientes estudados. É fundamental que os gerentes de enfermagem atuem no processo de gestão de pessoas no âmbito hospitalar, evitando a sobrecarga de trabalho e proporcionando, consequentemente, aumento da segurança do paciente.

  8. Catheter-associated UTI

    Science.gov (United States)

    ... UTI; Health care-associated UTI; Catheter-associated bacteriuria; Hospital acquired-UTI Images Bladder catheterization, female Bladder catheterization, male References Calfee DP. Prevention and control of health care-associated infections. In: Goldman L, Schafer AI, eds. Goldman's Cecil ...

  9. A percepção do paciente sobre sua permanência na unidade de terapia intensiva The patients's perception during their stay in the intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edinêis de Brito Guirardello

    1999-06-01

    Full Text Available Este estudo procura identificar a percepção do paciente sobre sua permanência na UTI. A amostra constituiu-se de10 pacientes, submetidos à cirurgia cardíaca e que receberam intervenção psicológica somente após a alta da UTI. Para a coleta e análise dos dados, utilizou-se uma abordagem qualitativa (análise de conteúdo. Os resultados sugerem que o paciente possue uma visão esteriotipada da UTI, vinculada à ideia de sofrimento e morte; o enfermeiro ocupa um importante papel nos momentos de fragilidade, dependência física e emocional; a dor, por seu caráter subjetivo, individual e emocional, é inevitável por estar relacionada aos procedimentos e, muitas vezes, associada ao sofrimento físico.The purpose of this study is to identify the patients's perception during their stay in the ICU. The sample was composed by ten patients, who had gone to cardiac surgery. They received psychological assistance only after their discharge from the ICU. The data was obtained throw a qualitative approach, using a content analysis. The results suggest that the patients have a. stereotyped view about the ICU, linked with the idea of suffering and death; the nurses play an important role during fragility moments, physical and emotional dependence; the pain, by its subjective nature, individually and emotionaly, is inevitable, because it is related to procedure and usually it is associated to physical suffering.

  10. Perfil clínico, laboratorial e complicações de pacientes com síndrome HELLP admitidas em uma unidade de terapia intensiva obstétrica Clinical and laboratorial profile and complications of patients with HELLP syndrome admitted in an obstetric intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Katz

    2008-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: descrever o perfil clínico e laboratorial e complicações de pacientes com síndrome HELLP internadas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI obstétrica e incluídas em um ensaio clínico randomizado para avaliar a eficácia do uso da dexametasona. MÉTODOS: O PRESente estudo corresponde a uma análise secundária das pacientes submetidas a um ensaio clínico randomizado realizado entre agosto de 2005 e novembro de 2006. A amostra foi composta de puérperas com diagnóstico de síndrome HELLP (pré ou pós-parto, que não fossem usuárias crônicas de corticosteróides ou portadoras de doenças crônicas que pudessem alterar os parâmetros laboratoriais da doença. Pacientes muito graves ou que não tivessem condições de consentir em participar também não foram incluídas no estudo. Os dados foram coletados por meio de formulários padronizados preparados especialmente para serem utilizados no estudo. As variáveis analisadas foram: idade, paridade, idade gestacional na admissão e na interrupção da gestação, época do diagnóstico de síndrome HELLP, classificação da síndrome HELLP (completa ou incompleta, pressão arterial e diurese na admissão. Os resultados laboratoriais analisados no momento do diagnóstico da síndrome HELLP foram: hemoglobina, contagem de plaquetas e dehidrogenase lática, transaminases e bilirrubinas séricas. Analisaram-se ainda as complicações apresentadas: oligúria, insuficiência renal aguda, manifestações hemorrágicas, edema agudo de pulmão, óbito, necessidade de hemotransfusão e tempo de internamento hospitalar. A digitação e a análise estatística foram realizadas usando-se o programa Epi-Info 3.3.2. RESULTADOS: foram avaliadas 105 pacientes. A idade variou de 14 a 49 anos, com média de 26,7. Em relação à paridade, 56 pacientes (53,8% eram primigestas. O diagnóstico da síndrome HELLP foi feito no período pré-parto em 47 pacientes (45,2% com idade gestacional média de 32

  11. Fatores de risco associados à mortalidade em pacientes com sepse em unidade de terapia intensiva de hospital privado de Pernambuco Risk factors associated to mortality on septic patients in an intensive care unit of a general private hospital from Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joana Corrêa de A. Koury

    2007-03-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Verificar a associação entre as características clínicas, epidemiológicas e laboratoriais com a mortalidade de pacientes com sepse, internados em UTI de hospital privado do estado de Pernambuco (Nordeste do Brasil, a fim de melhorar o atendimento a essa população, através da identificação precoce dos pacientes com risco de desenvolver falência de órgãos. MÉTODO: Estudo de caso-controle aninhado a uma coorte prospectiva e observacional que incluiu os pacientes adultos admitidos na UTI com sepse ou que a desenvolveram durante a internação. Foram colhidos os dados epidemiológicos, avaliados os escores clínicos e exames laboratoriais como: D-dímero, antitrombina III, INR, contagem de plaquetas, sódio, albumina, lactato e creatinina, sendo analisada sua associação com a mortalidade. Os pacientes foram acompanhados até a alta da UTI ou óbito. RESULTADOS: Foram incluídos no estudo 199 pacientes. Após regressão logística, apenas o tempo de internação na UTI maior que 72h, a presença de doença crônica associada, o número de órgãos acometidos superior a três e o lactato maior que 4 mmol/L estiveram associados com a mortalidade. Com relação à associação com o intervalo de tempo para o óbito, apenas o escore SOFA foi significativo, pois um terço dos pacientes com pontuação superior a 12 foram a óbito em menos de 72h. CONCLUSÕES: Os pacientes admitidos com sepse na UTI provenientes da comunidade (tempo de internação hospitalar BACKGROUND AND OBJECTIVES: Verify the association between clinical, epidemiological and laboratorial characteristics with mortality of septic patient in an Intensive Care Unit (ICU from Pernambuco, northeast of Brazil, to improve the attention for patients with sepse which are in risk of developing organ dysfunction. METHODS: Case-control study, without intervention, that included adults' patients admitted in ICU with sepsis or that developed it during ICU

  12. Critérios para admissão de pacientes na unidade de terapia intensiva e mortalidade Criteria for patient admissiwwon in the intensive care unit and mortality rate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Maria Horta Caldeira

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo do estudo foi avaliar os critérios utilizados na prática clínica, no processo de triagem de pacientes para admissão em UTI. MÉTODOS: Estudo de coorte prospectivo, em hospital terciário. Foram comparados quatro grupos diferentes de pacientes em relação à necessidade para admissão na UTI e divididos em prioridades 1, 2, 3 e 4, ou seja, prioridade 1 mais necessária até prioridade 4, menos necessária. RESULTADOS: Incluiu-se 359 pacientes, idade 66 (53,2-75,0 anos. APACHE II foi 23 (18-30. Obtevese 70,4% de vagas cedidas na UTI. A idade foi maior nos pacientes para os quais foram recusadas vagas em UTI 66,2±16,1 vs 61,9±15,2 anos (p= 0,02 e a prioridade 1 apresentou mais vagas cedidas 39,1% vs 23,8% vagas recusadas (p=0,01, o contrário ocorreu com prioridades 3 e 4. Pacientes com prioridades 3 e 4 apresentaram maiores idade, escores prognósticos e mais disfunções orgânicas, assim como maiores taxas de recusas. Ocorreram altas mortalidades destes grupos na UTI, 86,7% vs 31,3% no grupo de prioridades 1 e 2 (pOBJECTIVE: The aim of the study was to evaluate criteria used in clinical practice, for screening of patients for ICU admission. METHODS: Cohort prospective study in a tertiary hospital. Four groups were compared in relation to ICU admission by ranking priorities into groups 1, 2, 3 and 4; highest priority 1, lowest priority 4. RESULTS: Enrolled were 359 patients, 66 (53.2-75.0 years old. APACHE II was 23 (18-30. The ICU made available 70.4% of beds. Patients who were refused beds in the ICU were older, 66.2±16.1 versus 61.9±15.2 years of age (p= 0.02 and the priority 1 group had less refusal of beds, which means, 39.1% versus 23.8% had beds refused (p=0.01. The opposite occurred with priorities 3 and 4. Patients in priority 3 and 4 showed older ages, score system and more organ dysfunctions as well as more refusals of beds. ICU mortality rates were higher for priority groups 3 and 4 when compared to 1 and

  13. RESISTÊNCIA A ANTIMICROBIANOS EM CEPAS DE Enterococcus spp. ISOLADAS DA UTI DE UM HOSPITAL DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM – ES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maicon Marvila Miranda

    2017-01-01

    Full Text Available A Unidade de Terapia Intensiva, local onde são internados pacientes com maior gravidade, é uma das unidades do hospital com maior índice de infecções hospitalares. Os Enterococcus são capazes também de exibir diferentes mecanismos de resistência adquirida a uma ampla variedade de antimicrobianos. Esta pesquisa teve como objetivo identificar a prevalência de cepas de Enterococcus spp. na UTI de um hospital em Cachoeiro de Itapemirim-ES, no período de 2014 à 2015, e determinar sua multirresistência aos antimicrobianos. Os dados foram coletados através do acervo documental do laboratório de análises clínicas. A maior prevalência da bactéria foi no gênero masculino e em amostras de urina foram fonte majoritária de isolamento. Fora verificado alta taxa de resistência a quinolonas, aminoglicosídeos e glicopeptídeos. A necessidade de uma maior vigilância no controle de infecção hospitalar com o intuito de minimizar e/ou eliminar as infecções de pacientes internados, principalmente em UTI.

  14. Bandagem protetora acolchoada na prevenção da úlcera por pressão em calcâneo em paciente adulto na unidade de terapia intensiva

    OpenAIRE

    Mattioli Neto, Hilário

    2014-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2013. A criação de técnicas de baixo custo, de fácil aplicabilidade e disponibilidade em saúde tem permeado os conceitos de inovação e tecnologia. Nesse sentido, estratégias de criação e avanço tecnológico têm sido estimuladas como foco de pesquisa em enfermagem. Este estudo metodológico e quantitativo realizado na unidade de terapia i...

  15. Lesão renal aguda induzida por contraste: importância dos critérios diagnósticos para estabelecer a prevalência e o prognóstico na unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edmilson Leal Bastos de Moura

    2017-09-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Estabelecer se há superioridade entre os critérios para predizer desfecho clínico desfavorável na lesão renal aguda e nefropatia induzidas por contraste. Métodos: Estudo retrospectivo conduzido em hospital terciário com 157 pacientes submetidos à infusão de contraste radiológico para fins propedêuticos. Resultados: Cumpriram os critérios para inclusão 147 pacientes. Aqueles que cumpriram os critérios de lesão renal aguda induzida por contraste (59 também cumpriram os critérios para nefropatia induzida por contraste (76; 44,3% dos pacientes cumpriram os critérios para o estadiamento pelo sistema KDIGO; 6,4% dos pacientes necessitaram utilizar terapia de substituição renal, e 10,7% dos pacientes morreram. Conclusão: O diagnóstico de nefropatia induzida por contraste foi o critério mais sensível para determinar a necessidade de terapia de substituição renal e óbito, enquanto o KDIGO demonstrou a maior especificidade; na população avaliada, não houve correlação entre o volume de contraste e a progressão para lesão renal induzida por contraste, nefropatia induzida por contraste, diálise de suporte ou óbito.

  16. Parada cardiorrespiratória na unidade de terapia intensiva: análise das ocorrências iatrogênicas durante o atendimento Cardiopulmonary resuscitation in the intensive care unit: analysis of iatrogenic occurrences during attendance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Cristine da Silva

    2000-12-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo exploratório-descritivo que utilizou a Técnica do Incidente Crítico para obtenção e análise dos dados. Foram entrevistados 103 profissionais de enfermagem de duas UTIs gerais de um hospital do Estado de São Paulo, os quais forneceram relatos de situações de PCR . Do total de 126 situações obtiveram-se: falha na realização de procedimento técnico (58,6%; problemas relacionados a recursos materiais e equipamentos (31,2% e falta de coordenação das atividades (8,6%. Quanto as conseqüências encontrou-se o óbito (70% e a sobrevida imediata (30% dos pacientes. Os resultados apontam a necessidade de investimentos na capacitação dos profissionais da UTI, bem como a importância do provimento adequado de materiais e equipamentos, com vistas a minimizar as ocorrências iatrogênicas no decorrer do atendimento.It is a descriptive-exploratory study which made use of the Critical incident Technique either to obtain and carry out the data analysis. Hundred and three nursing professionals working in two general ICUs of a Hospital located in the State of São Paulo, Brazil, provided reports concerning CPR situations. From the total of 126 situations obtained: failure in performing technical procedures (58,6%; problems concerning material resources and equipment (31,2% and lacking coordination of activities (8,6%. Regarding the consequences generated by the type of attendance, patients¢ death (70% and immediate survival (30%. The results point the need for higher investments in the multiprofessional ICU team capability, as well as in the need to furnish them with adequate material and equipment viewing to minimize iatrogenic occurrences during the attendance.

  17. Parada e reanimação cardiorrespiratória: conhecimentos da equipe de enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva Cardiac arrest and cardiopulmonary resuscitation knowledge of Critical Care Nursing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Zanini

    2006-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Geralmente a equipe de enfermagem que atua em UTI, por permanecer sempre junto ao paciente, é quem identifica uma parada cardiorrespiratória e inicia as manobras de reanimação. O objetivo deste estudo foi avaliar o conhecimento teórico que a equipe de enfermagem de uma UTI tem acerca de parada e reanimação cardiorrespiratória, como subsidio para um programa de treinamento em serviço. MÉTODO: Trata-se de uma pesquisa descritiva com abordagem quantitativa, desenvolvida em uma UTI geral de adulto, de um Hospital do Estado de Santa Catarina. A população foi constituída de enfermeiros, técnicos e auxiliares de Enfermagem. Para a coleta de dados, foi utilizado um questionário estruturado com perguntas subjetivas sobre o tema. Os resultados foram analisados à luz da literatura médica e de enfermagem sobre parada e reanimação cardiorrespiratória. RESULTADOS: Responderam ao questionário 26 profissionais, destes 54% tinham mais de 2 anos de atuação em UTI. Os sinais de PCR foram identificados corretamente somente por 15,4% dos profissionais. As principais causas foram mencionadas corretamente por 53,8% dos participantes do estudo. A maioria 65,4% conhece o nome das medicações mais utilizadas em reanimação. CONCLUSÕES: O tempo de atuação dos profissionais de enfermagem em UTI e a sua categoria profissional influenciaram positivamente sobre o conhecimento de parada e reanimação cardiorrespiratória. O fato de a maioria dos participantes, 84,6%, não saber identificar corretamente uma parada cardiorrespiratória, assim como 34,6% desconhecem as medicações nela utilizadas, podem comprometer o início, organização e rapidez das manobras. O estudo, apesar de limitado, apresenta alguns subsídios para a abordagem teórica de um programa de treinamento em serviço para a equipe de enfermagem da UTI onde ele foi realizado ou onde houver semelhança.BACKGROUND AND OBJECTIVES: In general, as ICU nursing

  18. Vivências paternas durante a hospitalização do recém-nascido prematuro na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal Experiencias paternas durante la hospitalización del recién nacido prematuro en la Unidad de Cuidados Intensivos Neonatal Fathers' experiences during the hospitalization of the premature newborn in the Neonatal Intensive Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Marques dos Santos

    2012-10-01

    Full Text Available Este estudo objetivou compreender as vivências paternas durante a hospitalização do recém-nascido prematuro na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de um hospital público de Feira de Santana, Bahia. Trata-se de um estudo descritivo, exploratório e qualitativo, aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa e realizado com nove pais, na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de um hospital público. Os dados foram analisados através da Análise de Conteúdo, os quais apontaram que os partos prematuros causam sentimentos de surpresa, angústia e medo nos pais. É preciso repensar como ocorre a inserção dos pais do prematuro no processo de hospitalização, bem como mudanças nas rotinas estabelecidas para a visita e participação paterna no contexto do cuidado ao prematuro.Este estudio tuvo como objetivo comprender la experiencia de los padres durante la hospitalización de los bebés prematuros en la Unidad Neonatal de Cuidados Intensivos de un hospital público en Feira de Santana, Bahia. Se trata de un estudio descriptivo y cuantitativo, aprobado por el Comité de Ética en Investigación y actuó en la Unidad de Cuidados Intensivos Neonatales de un hospital público de Bahia, con nueve padres. Los datos fueron analizados utilizando el análisis de contenido que muestran que los nacimientos prematuros causan sentimientos de sorpresa en los padres, de dolor y de miedo. Tenemos que repensar cómo se está insertando a los padres de bebés prematuros en las cuestiones de la hospitalización y los cambios en las rutinas establecidas para la visita y la participación del padre en el contexto de la atención precoz.This study aimed to understand the fathers' experiences during the hospitalization of premature newborn in the Neonatal Intensive Care Unit at a public hospital in Feira de Santana, Bahia. This is a qualitative descriptive exploratory study that was approved by the Ethics Committee of the Faculty of Technology and Sciences, and

  19. Monitoramento microbiológico seqüencial da secreção traqueal em pacientes intubados internados em unidade de terapia intensiva pediátrica Sequential microbiological monitoring of tracheal aspirates in intubated patients admitted to a pediatric intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cid E. Carvalho

    2005-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar seqüencialmente a flora traqueal em pacientes internados em unidade de terapia intensiva pediátrica e associar esta flora com o tempo de internação, a utilização prévia de antimicrobianos e o diagnóstico de pneumonia associada à ventilação mecânica. MÉTODOS: A população estudada foi constituída de pacientes pediátricos admitidos em uma unidade de terapia intensiva pediátrica entre novembro de 2002 e dezembro de 2003 e submetidos a ventilação mecânica. Foram coletadas três amostras seriadas de secreção traqueal de cada paciente. A primeira coleta foi realizada dentro das primeiras 6 horas após a admissão, e as amostras seguintes, depois de 48 e 96 horas. RESULTADOS: Foram estudados 100 pacientes com idade entre 1 dia e 14 anos. Nas três coletas realizadas, observou-se um aumento do percentual de culturas positivas para Pseudomonas aeruginosa, de 6 para 22% (p = 0,002, e também uma diminuição das culturas positivas para Staphylococcus aureus, de 23 para 8% (p = 0,009. No grupo com uso prévio de antimicrobianos, houve maior freqüência de isolamento de Candida spp (p OBJECTIVE: To evaluate, sequentially, tracheal aspirates from patients admitted to a pediatric intensive care unit and to associate these pathogens with length of hospital stay, previous use of antimicrobial therapy and diagnoses of ventilator-associated pneumonia. METHODS: The study population consisted of patients admitted to a pediatric intensive care unit, between November 2002 and December 2003, on ventilator support. Three tracheal aspirates were collected serially from each patient. The first tracheal aspirate sample was obtained 6 hours after admission to the intensive care unit and the remaining samples were collected after 48 and 96 hours. RESULTS: One hundred patients aged from one day to 14 years were assessed. Positive tracheal cultures were observed to have increased in the three tracheal aspirate samples collected from

  20. Tecnologia em ambiente de terapia intensiva: delineando uma figura-tipo de enfermeiro La tecnología en un ambiente de cuidados intensivos: delineando una figura-tipo de enfermero Technology in an intensive care unit: delineation of a figure- type of the nurse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Celestino da Silva

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as características da figura-tipo de enfermeiro para atuar em ambientes de terapia intensiva, tomando como referência as representações sociais elaboradas sobre a tecnologia. MÉTODOS: Como referencial, aplicou-se a teoria das representações sociais. Pesquisa de abordagem qualitativa, com realização de entrevistas e com 11 enfermeiros novatos e 13 veteranos análise de conteúdo temático. RESULTADOS: Os sentidos atribuídos ao ambiente, cliente e cuidado a partir da representação social da tecnologia, demandaram a necessidade de uma figuratipo de enfermeiro, caracterizada por qualidades pessoais, como postura pró-ativa, equilíbrio emocional, habilidade de comunicação/relacionamento; técnicas, como capacidade de observação e liderança, rapidez, dinamismo, habilidades técnicas e expressivas, para trabalhar no cenário da terapia intensiva. CONCLUSÕES: A competência clínica nas unidades críticas suscita avaliação das habilidades cognitivas e psicomotoras do enfermeiro.OBJETIVO: Describir las características de la figura-tipo de enfermero para actuar en ambientes de cuidados intensivos, tomando como referencia las representaciones sociales elaboradas sobre la tecnología. MÉTODOS: Se aplicó la teoria de las representaciones sociales como referencial. Se trata de una investigación con abordaje cualitativo, realizado con entrevistas a 11 enfermeros novatos y 13 veteranos y análisis de contenido temático. RESULTADOS: Los sentidos atribuidos al ambiente, cliente y cuidado a partir de la representación social de la tecnología, demandaron la necesidad de una figura-tipo de enfermero, caracterizada por cualidades personales, como postura proactiva, equilibrio emocional, habilidad de comunicación/relacionamiento; técnicas, como capacidad de observación y liderazgo, rapidez, dinamismo, habilidades técnicas y expresivas, para trabajar en el escenario Del cuidado intensivo. CONCLUSIONES: La competencia

  1. II Fórum do "Grupo de Estudos do Fim da Vida do Cone Sul": definições, recomendações e ações integradas para cuidados paliativos na unidade de terapia intensiva de adultos e pediátrica II Forum of the "End of Life Study Group of the Southern Cone of America": palliative care definitions, recommendations and integrated actions for intensive care and pediatric intensive care units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachel Duarte Moritz

    2011-03-01

    Full Text Available Cuidado paliativo é uma forma de abordagem que visa a melhoria da qualidade de vida de pacientes e seus familiares que enfrentam doenças ameaçadoras à vida, através da prevenção, da identificação e do tratamento precoces dos sintomas de sofrimento físico, psíquico, espiritual e social. Todo paciente criticamente enfermo deve receber cuidados paliativos desde a internação, o que torna de primordial importância a educação e o treinamento dos intensivistas para a implantação destes cuidados nas unidades de terapia intensiva, tanto para atendimento de adultos como pediátrico. Em continuidade aos planos da Câmara Técnica de Terminalidade e Cuidados Paliativos da Associação de Medicina Intensiva Brasileira e, levando em consideração o conceito previamente apontado, foi realizado em outubro de 2010, durante o Congresso Brasileiro de Terapia Intensiva, o IIºForum do "Grupo de Estudos do Fim da Vida do Cone Sul", com o objetivo de elaborar recomendações pertinentes aos cuidados paliativos a serem prestados aos pacientes críticamente enfermos.Palliative care is aimed to improve the quality of life of both patients and their family members during the course of life-threatening diseases through the prevention, early identification and treatment of the symptoms of physical, psychological, spiritual and social suffering. Palliative care should be provided to every critically ill patient; this requirement renders the training of intensive care practitioners and education initiatives fundamental. Continuing the Technical Council on End of Life and Palliative Care of the Brazilian Association of Intensive Medicine activities and considering previously established concepts, the II Forum of the End of Life Study Group of the Southern Cone of America was conducted in October 2010. The forum aimed to develop palliative care recommendations for critically ill patients.

  2. Desenvolvimento de software para interpretação de dados gasométricos aplicável em unidades de terapia intensiva Software development for gasometric data interpretation applicable in intensive care units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiana Oliveira Vidal Fernandes

    2012-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi desenvolver um software para interpretação de dados gasométricos aplicável em UTIs. Trata-se de estudo de caráter experimental, sendo selecionada uma base teórica em Java com a IDE NetBeans 6.8 por meio de parceria com profissionais capacitados em Sistemas de Informação. O desenvolvimento do programa foi baseado na criação de um algoritmo, uma sequência de instruções bem definidas e não ambíguas a serem executadas mecanicamente com a finalidade de fornecer um diagnóstico desejado. Foi criado um software aplicável em UTIs denominado InterGas, que é um programa de fácil instalação, possui interface de fácil compreensão e utilização, além de processar os dados rapidamente e de forma precisa, oferecendo como resultado final o diagnóstico para o distúrbio do equilíbrio ácido-básico. O desconhecimento de outra ferramenta que reúna todos os componentes do InterGas o torna um software pioneiro que facilita a tomada de decisão à medida que caracteriza a ocorrência de distúrbios mistos utilizando fórmulas de compensação. Com isso, futuros estudos deverão ser feitos com o objetivo de avaliar aspectos relacionados à implementação e eficácia do software desenvolvido.The objective of this study was to develop a software for data interpretation of gasometric applicable in Intensive Care Units that can provide a diagnosis for disorders of acid-base balance. This is an experimental study being selected on a theoretical basis with the Java IDE NetBeans 6.8 through a partnership with professionals trained in Information Systems. The program development was based on creating an algorithm, a sequence of well-defined and unambiguous to be performed mechanically in order to provide a desired diagnosis. We created a software applicable in intensive care units called InterGas, which is a program easy to install, has an interface easy to understand and use, and to process the data quickly and

  3. Antibiotic consumption and resistance: results of the SPIN-UTI project of the GISIO-SItI.

    Science.gov (United States)

    Agodi, Antonella; Auxilia, Francesco; Barchitta, Martina; Brusaferro, Silvio; D'Errico, Marcello Mario; Montagna, Maria Teresa; Pasquarella, Cesira; Tardivo, Stefano; Mura, Ida

    2015-01-01

    To evaluate trends and association between antibiotic consumption and resistance during an eight-year period, from 2006 to 2013. Prospective multicenter study. Intensive Care Units (ICUs) participating in the four editions of the Italian nosocomial infections surveillance in the ICU Network (Sorveglianza Prospettica delle Infezioni Nosocomiali nelle Unità di Terapia Intensiva, SPIN-UTI project). The isolation density of selected species of microorganisms, antibiotic resistance rates (RRs), incidence density of resistant isolates and antimicrobial usage density were calculated. RRs of carbapenem-resistant Acinetobacter baumannii, of carbapenem-resistant Klebsiella pneumoniae, of third-generation cephalosporin (3GC)-resistant K. pneumoniae and of 3GC-resistant Escherichia coli showed significant increasing trends (p ≤0.001). The consumption of each antibiotic class varied with years, although not significantly. Significant strongly positive correlations were detected between RRs and antibiotic consumption. The present study describes high RRs and increasing trends of resistant microorganisms and highlights the need for continuous comprehensive strategies targeting not only the prudent use of antibiotics, but also infection control measures to limit the epidemic spread of resistant isolates.

  4. Memories and prevalence of posttraumatic stress disorder in intensive care units Memórias e prevalência de transtorno de estresse pós-traumático em uma unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Bender Rovatti

    2012-01-01

    Full Text Available The present study evaluated the prevalence of PTSD indicators in patients who had to be hospitalized in ICU six months after being discharged and examined the relationship between PTSD and mnemonic memories. Participants were 41 adult patients with different diseases who answered questionnaires about PTSD, memory and clinical information. It was identified that 24.4% of the sample presented PTSD symptoms. These patients presented more affective memories than those without PTSD (t=2.29, pO estudo avaliou a prevalência de indicadores de TEPT em pacientes que foram internados em UTI seis meses após a alta hospitalar, e examinou a relação entre TEPT e recordações mnêmincas. Participaram 41 pacientes adultos com diferentes doenças, que responderam a questionários sobre TEPT, memórias e informações clínicas. Identificou-se que 24,4% da amostra possuía indicadores de TEPT. Estes pacientes apresentaram mais memórias afetivas que os pacientes sem TEPT (t=2,29, p<0,05. As memórias afetivas correlacionaram-se com o TEPT total (r=0,408, p<0,01 e com suas dimensões revivência (r=0,443, p<0,01 e excitabilidade (r=0,403, p<0,01. A análise de regressão hierárquica mostrou que o sexo (mulher (β=0,44, p<0,01 e a presença de memórias afetivas (β=0,46, p<0,01 foram preditoras de TEPT, explicando 38,2% da sua variância.

  5. Dysthanasia, euthanasia, orthotanasia: the perceptions of nurses working in intensive care units and care implications Distanasia, eutanasia y ortotanasia: percepciones de los enfermeros de unidades de terapias intensiva e implicaciones en la asistencia Distanásia, eutanásia e ortotanásia: percepções dos enfermeiros de unidades de terapia intensiva e implicações na assistência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chaiane Amorim Biondo

    2009-10-01

    Full Text Available This study aimed to analyze the perceptions of nurses working in the Intensive Care Unit (ICU of a University Hospital in Brazil concerning dysthanasia, orthotanasia and euthanasia and characterize potential implications of their perceptions for care. This quantitative study was carried out with the application of a questionnaire to 27 nurses after approval from the institution's Ethics Committee and authorization from participants were obtained. None of the nurses were able to explain euthanasia, half of them explained dysthanasia, and only a third explained orthotanasia, 65.39% recognized some of these processes in their daily practice, 25.9% believed nurses cannot provide any contribution even being familiar with these concepts and their applicability, 82.36% believed that knowledge of bioethical principles is relevant but only 14.81% were able to mention these principles. The bases of nurses' professional practice were not homogeneous and knowledge about the subject was limited. Orthotanasia, bioethical principles and the delivery of humanized care should be the foundation of nursing care.Los objetivos de este estudio fueron analizar las percepciones de los enfermeros que actúan en la UTI de un hospital universitario, en Brasil, sobre distanasia, ortotanasia y eutanasia y caracterizar las posibles implicaciones en la asistencia. Se trata de una investigación con abordaje cuantitativo, aplicándose un cuestionario en 27 enfermeros, después de la autorización del Comité de Ética de la Institución y de la aceptación formal de los sujetos. Ningún enfermero supo explicar la eutanasia, la mitad ofreció un concepto de distanasia y apenas un tercio la ortotanasia. Del total, 65,39% reconocen alguno de esos procesos en su práctica diaria, 25,9% afirman que no creen que el enfermero pueda contribuir sabiendo esos conceptos y su aplicabilidad, 82,36% relataron ser importante saber los principios bioéticos, sin embargo solamente 14

  6. Urinary Tract Infection (UTI)

    Science.gov (United States)

    ... Home A-Z Health Topics Urinary tract infections Urinary tract infections > A-Z Health Topics Urinary tract infections (PDF, ... Embed Subscribe To receive Publications email updates Submit Urinary tract infections Urinary tract infections (UTIs) are most often caused ...

  7. Freqüência do emprego de analgésicos em unidades de terapia intensiva neonatal universitárias The frequency of pharmacological pain relief in university neonatal intensive care units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Claudia Y. Prestes

    2005-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a freqüência com que são empregados analgésicos para o alívio da dor desencadeada por procedimentos invasivos em recém-nascidos internados em UTI universitárias e verificar o perfil de uso de medicamentos para o alívio da dor. MÉTODOS: Coorte prospectiva, avaliada entre 1° e 31 de outubro de 2001, de todos os recém-nascidos internados em quatro UTI. Dados coletados: características gerais das unidades; dados demográficos dos recém-nascidos; morbidade clínica e freqüência do emprego de analgésicos. Realizaram-se a análise estatística descritiva e a regressão linear múltipla por meio do SPSS 8.0, para analisar os fatores associados ao uso de analgésicos nesta coorte. RESULTADOS: No período, foram internados 91 recém-nascidos (1.025 pacientes-dia. Apenas 25% dos 1.025 pacientes-dia receberam alguma dose de analgésico por via sistêmica. Não foi administrada nenhuma medicação específica para o alívio da dor aguda durante os seguintes eventos dolorosos: intubações traqueais, punções arteriais, venosas, capilares e lombares. Na inserção de dreno de tórax, 100% dos recém-nascidos receberam analgesia específica e, para a passagem de cateteres centrais, apenas 8%. De 17 recém-nascidos submetidos a procedimentos cirúrgicos, somente nove receberam analgésicos no pós-operatório. O medicamento mais utilizado foi o fentanil (93%. A presença de ventilação mecânica elevou em 6,9 vezes, e a de dreno de tórax em cinco vezes a chance do recém-nascido receber alguma dose de analgésico. CONCLUSÃO: Há necessidade de melhorar a formação dos profissionais de saúde para diminuir a distância entre os conhecimentos científicos existentes a respeito da dor no recém-nascido e a prática clínica.OBJECTIVE: To evaluate the use of drugs to relieve the pain of invasive procedures newborn infants cared for at a university hospital NICU. METHODS: A prospective cohort study of all newborn infants

  8. Exposição ao ruído tecnológico em cti: estratégias coletivas de defesa dos trabalhadores de enfermagem La exposición al ruido tecnológico en un centro de terapia intensiva: estrategias colectivas para la defensa de los trabajadores de enfermería Exposure to noise technology in an intensive therapy center: collective strategies for the defense of workers in nursing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elias Barbosa de Oliveira

    2009-03-01

    Full Text Available Estudo descritivo com abordagem qualitativa que objetivou identificar e analisar as estratégias coletivas de defesa elaboradas pelos trabalhadores de enfermagem diante do ruído tecnológico em Centro de Terapia Intensiva (CTI. Participaram do estudo 25 trabalhadores de enfermagem de um hospital universitário situado no município de Niterói (RJ em 2004. Na coleta de dados, utilizou-se a entrevista semi-estruturada mediante um roteiro, e, no tratamento dos dados, a análise de conteúdo revelou os seguintes resultados: o ruído tecnológico gera incômodo e estresse. Para minimizar o sofrimento, os trabalhadores elaboram estratégias coletivas de defesa que os mantêm trabalhando. Conclui-se que as estratégias coletivas de defesa podem se caracterizar num fator que resulta em alienação, ocultando a compreensão real do contexto de trabalho. As ações preventivas e as mudanças a serem implementadas em relação ao ruído no CTI devem ser pautadas na participação dos trabalhadores e se reverterem em melhoria das condições de trabalho e bem-estar do grupo.Estudio descriptivo con un enfoque cualitativo diseñado para analizar las estrategias colectivas de la defensa elaboradas pelos trabajadores de enfermería frente al sonido tecnológico en un centro de terapia intensiva. Veinticinco profesionales de la enfermería de un centro de terapia intensiva del Hospital Escuela en Niteroi (RJ participaron en el estudio en 2004. Para la recolección de datos, una entrevista semi estructurada fue utilizada. Los datos fueron analizados a través de una análisis de contenido que mostraran los resultados: los trabajadores elaboran estrategias colectivas de defensa que permiten trabajar. Estas estrategias muestran un conocimiento que permite a los individuos seguir trabajando, ya que crea formas adaptativa para contrarrestar el sonido en el ambiente de trabajo, buscando continuamente ser sujetos de la situación de trabajo. Adicionalmente

  9. Equipe interdisciplinar reduz infecção sanguínea relacionada ao cateter venoso central em Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica Interdisciplinary task-force reduces catheter-related bloodstream infection in a Pediatric Intensive Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Vilela

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o impacto de intervenções interdisciplinares nos indicadores de infecção de corrente sanguínea relacionada ao cateter venoso central e microrganismos isolados, em uma Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica. MÉTODOS: Estudo de intervenção do tipo antes e depois. Foi criado um programa educativo e constituída uma equipe interdisciplinar de intervenção composta por médicos e enfermeiros da unidade e do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar. As intervenções foram compostas por medidas diretas e indiretas educativas e processuais. O período pré-intervenção (Fase 1, de junho de 2003 a maio de 2004, foi comparado ao período pós-intervenção nas Fases 2 (junho de 2004 a maio de 2005 e 3 (junho de 2005 a maio de 2006. As taxas de infecção foram comparadas por ANOVA, sendo significante pOBJECTIVE: To determine the impact of interdisciplinary interventions on central venous catheter-related bloodstream infections rates in a Pediatric Intensive Care Unit (PICU and on the bloodstream infection organisms. METHODS: Interventional study type before-and-after. An educational program was performed and an interdisciplinary team of interventions was created. This team was formed by nurses and doctors of the PICU and of the Infection Control Committee. The interventions were composed by direct and indirect educational and procedural measures. Task-force interventions were developed from Jun/2003 to May/2004. This pre-intervention period (Phase 1 was compared with two post-intervention periods: Phases 2 (Jun/2004 to May/2005 and 3 (Jun/2005 to May/2006. Central venous catheter-related bloodstream infection rates during the three periods were compared by ANOVA, being significant p<0.05. RESULTS: 1,234 patients were studied from June 1st 2003 to May 31, 2006. The number of central venous catheter-related bloodstream infections was 22.72 per 1,000 catheter-days in Phase 1, and 6.81 and 5.87 in Phases 2 and 3

  10. Pacientes clínicos referenciados, mas não internados na Unidade de Terapia Intensiva: prevalência, características clínicas e prognóstico Referred medical patients not admitted to the Intensive Care Unit: prevalence, clinical characteristics and prognosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Rodolfo Rocco

    2006-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A evolução dos pacientes cuja internação é negada nos centros de terapia intensiva (CTI é pouco conhecida. Os objetivos deste estudo foram comparar as características dos pacientes internados com aqueles que não foram internados em CTI e identificar os fatores associados com o processo de triagem para a internação. MÉTODO: Foi realizado um estudo do tipo coorte prospectiva e observacional durante 26 meses. Os dados dos pacientes foram coletados através de um formulário padronizado para a solicitação de internação no CTI. Os desfechos de interesse do estudo foram a internação no CTI e a evolução hospitalar. RESULTADOS: Foram estudados 455 pacientes dos quais 254 (56% foram internados e 201 (44% não; a maioria destes, por falta de vagas (82%. Os pacientes não internados apresentaram maior letalidade (85% versus 61%; p 70 anos [4,0(2,4-6,5], cirrose hepática [3,7(1,8-7,5], e escala de coma de Glasgow BACKGROUND AND OBJECTIVES: Information on the outcomes of patients who were refused to the ICU is limited. The aims of this study were to compare the clinical characteristics of patients who were admitted with those of patients who were refused to the ICU and to identify clinical parameters associated with triage procedures. METHODS: Observational prospective cohort study. The following data were collected using a standard questionnaire: comorbidities, acute illness, vital status, laboratory data and APACHE II score. The end-points of interest were admission to the ICU and vital status at hospital discharge. RESULTS: A total of 455 patients were studied; 254 (56% were admitted and 201 (44% were not. The main reason for the refuse of admission was the lack of ICU beds (82%. Patients who were not admitted had a higher mortality (85% vs. 61%; p 70 years [4.0(2.4-6.5], hepatic cirrhosis [3.7(1.8-7.6], and Glasgow coma scale < 5 [3.6(1.9-6.9]. The variables associated with ICU admission were: mechanical

  11. Complicações gastrointestinais e adequação calórico-protéica de pacientes em uso de nutrição enteral em uma unidade de terapia intensiva Gastrointestinal complications and protein-calorie adequacy in intensive care unit enteral nutrition patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suzana Meira de Oliveira

    2010-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência de complicações gastrointestinais e a adequação calórico-protéica de pacientes críticos em uso de terapia de nutrição enteral. MÉTODOS: Estudo retrospectivo realizado na unidade de terapia intensiva do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, onde foram coletados, mediante análise das fichas de acompanhamento nutricional, as complicações gastrointestinais mais freqüentes durante o período de internamento do paciente, bem como a necessidade e a oferta calórico-protéica. Considerou-se como ofertado, o volume e o tipo de fórmula efetivamente recebido pelo paciente no último dia de internamento hospitalar. Foi utilizado o programa SPSS, versão 13 para análise estatística. RESULTADOS: A amostra foi composta de 77 pacientes com idade 54,7 ± 18,1 anos e predominância do sexo feminino (54,5%. A dieta ofertada foi adequada e todos os pacientes apresentaram algum tipo de complicação gastrointestinal, sendo o retorno gástrico o mais prevalente (39%, seguido da constipação com 36,4%. CONCLUSÃO: Apesar da elevada prevalência de complicações gastrointestinais, não foi observada uma inadequação na oferta calórica-protéica. As condutas multidisciplinares frente à resolução dessas complicações necessitam ser padronizadas para que soluções precoces possam ser tomadas.OBJECTIVE: To evaluate the prevalence of gastrointestinal complications and protein-calorie adequacy in critical patients using enteral nutrition therapy. METHODS: This was a retrospective study in the intensive care unit of the Hospital das Clinicas of the Universidade Federal de Pernambuco involving analysis of nutritional records evaluating the most frequent gastrointestinal complications during the patients' hospitalization and protein-calorie supply requirements. It was considered offered, the volume and formula effectively received by the patient on the last hospitalization day. The SPSS version

  12. Análise situacional do atendimento ambulatorial prestado a recém-nascidos egressos das unidades de terapia intensiva neonatais no Estado do Rio de Janeiro Situational analysis of outpatient care for newborns discharged from neonatal intensive care units in the State of Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Dalva Barbosa Baker Méio

    2005-04-01

    Full Text Available A diminuição da mortalidade neonatal contribui para o aumento de crianças que necessitam de maior atenção em relação a morbidades clínicas e à evolução do desenvolvimento neuropsicomotor. O objetivo deste estudo foi discutir a situação da assistência às crianças egressas das Unidades de Terapia Intensiva Neonatais (UTIN em cinco unidades em diferentes regiões do Estado do Rio de Janeiro; em nenhuma havia informações sobre o perfil dos egressos da UTIN. Evidenciou-se restrição ao acesso e baixa estruturação da rede em relação à assistência prestada a esses bebês. Não há uniformidade no atendimento prestado, e ambulatórios específicos para essa população concentram-se na cidade do Rio de Janeiro. Constatou-se deficiência de profissionais nas áreas de reabilitação - fisioterapia motora, terapia ocupacional, fonoaudiologia e psicologia -, e de especialistas para atendimento oftalmológico adequado e para a criança portadora de deficiência auditiva. Os autores discutem possíveis explicações para essa situação, propondo a organização de um sistema de atendimento em graus de complexidade para poder viabilizar o acesso das crianças de risco a um atendimento diferenciado, importante para detecção precoce de anormalidades do desenvolvimento.The decrease in neonatal mortality contributes for the increase of children needing more attention to clinical morbidities and to neuro-psycho-motor development outcome. The objective of this study was to discuss the situation of care of children discharged from the Neonatal Intensive Care Units (NICU in five units from differents regions of the state of Rio de Janeiro. In none of them were found informations regarding the description of those discharged from the NICU. This study revealed restricted access and scarcy organization of the health network for the care of these babies. The care provided is not uniform, with a concentration of specific outpatient clinics for

  13. Ocorrência e significado do toque entre profissionais de enfermagem e pacientes de uma UTI e Unidade Semi-intensiva cirúrgica Ocurrencia y significado del toque entre profesionales de enfermería y pacientes de una uci y unidad semiintensiva quirúrgica Occurence and meaning of the touch between nursing professionals and patients of an icu and semi intensive surgical unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marília Fogaça Gala

    2003-03-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objetivos identificar a utilização, pelos profissionais de Enfermagem, do toque instrumental e/ou afetivo e suas características, na comunicação não-verbal com os pacientes da UTI e unidade semi-intensiva cirúrgica do HU-USP; e os sentimentos e percepções dos profissionais de Enfermagem e dos pacientes em relação aos toques experimentados. O estudo foi desenvolvido com 19 profissionais e 19 pacientes, no período de outubro a novembro de 2000, através de observação direta das interações e entrevista individual. Os sentimentos e percepções relatados foram categorizados e percebemos que a maioria dos toques é instrumental-afetivo.Este trabajo tiene como objectivo identificar la utilización, por los profesionales de Enfermería del toque instrumental y / o afectivo y sus características, en la comunicación no verbal con los pacientes de la UCI y unidad semiintensiva quirúrgica del HU-USP, y los sentimientos y percepciones de los profesionales de Enfermería y los pacientes en relación de los toques experimentados. Lo estudio fue desenvuelto con 19 profesionales y 19 pacientes, en el período de octubre a noviembre de 2000, por medio de observaciones directas de las interacciones y encuestas individuales. Los sentimientos y percepciones relatados fueram categorizados y percibimos que la mayor parte de los toques fueran instrumental - afectivo.This study aims to identify the use of the instrumental and/or emotional touch and its characteristics by nursing professionals in the nonverbal communication with the ICU and Semi Intensive Surgical Unit patients of a school hospital - University of São Paulo; and to identify the professionals and patients feelings and perceptions in relation to the touches experienced. The study was developed with 19 nursing professionals and 19 patients, from October to November 2000, through direct observation of the interaction and individual interview. The feelings and

  14. Câmbio na assistência perinatal como determinante de consumo e diversidade de antiinfecciosos? Estudo em UTI neonatal no Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Garcia Serpa Osorio-de-Castro

    Full Text Available O perfil de utilização de antiinfecciosos, constando de consumo e diversidade dos fármacos empregados, bem como seus determinantes, foram estudados em um período de cinco anos, de janeiro de 1990 a dezembro de 1994, em duas enfermarias de uma unidade de terapia intensiva (UTI neonatal do Rio de Janeiro. Para tanto, cumpriu-se estudo de utilização de medicamentos com desenho descritivo, longitudinal e retrospectivo. Como sistemática foram empregadas a classificação Anatomical Therapeutic Chemical (ATC e a unidade de medida dose diária definida para lactentes (DDDi. Foram coletados dados de serviço, através de pesquisa documental, observações e entrevistas semi-estruturadas, e dados numéricos, através de consulta aos registros de fornecimento do Serviço de Farmácia e registros do censo hospitalar diário. Os resultados numéricos sugerem um incremento real do consumo total e a diminuição da diversidade no uso de antiinfecciosos no período. Analisados à luz da realidade institucional e do uso racional de medicamentos, indicam que mudanças na assistência perinatal ao longo do período foram determinantes para o perfil de utilização revelado.

  15. Câmbio na assistência perinatal como determinante de consumo e diversidade de antiinfecciosos? Estudo em UTI neonatal no Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osorio-de-Castro Claudia Garcia Serpa

    2002-01-01

    Full Text Available O perfil de utilização de antiinfecciosos, constando de consumo e diversidade dos fármacos empregados, bem como seus determinantes, foram estudados em um período de cinco anos, de janeiro de 1990 a dezembro de 1994, em duas enfermarias de uma unidade de terapia intensiva (UTI neonatal do Rio de Janeiro. Para tanto, cumpriu-se estudo de utilização de medicamentos com desenho descritivo, longitudinal e retrospectivo. Como sistemática foram empregadas a classificação Anatomical Therapeutic Chemical (ATC e a unidade de medida dose diária definida para lactentes (DDDi. Foram coletados dados de serviço, através de pesquisa documental, observações e entrevistas semi-estruturadas, e dados numéricos, através de consulta aos registros de fornecimento do Serviço de Farmácia e registros do censo hospitalar diário. Os resultados numéricos sugerem um incremento real do consumo total e a diminuição da diversidade no uso de antiinfecciosos no período. Analisados à luz da realidade institucional e do uso racional de medicamentos, indicam que mudanças na assistência perinatal ao longo do período foram determinantes para o perfil de utilização revelado.

  16. Fisioterapia respiratória em terapia intensiva neonatal

    OpenAIRE

    Medeiros, Laysa Gabrielle Silva; FIP; Oliveira, Francimery Costa Santos de; FIP; Guimarães, Jussara Pereira; FIP; Nascimento, Indianara Maria Araujo do; FIR

    2013-01-01

    Introdução: Por fisioterapia neonatal entende-se os procedimentos realizados pelo profissional de fisioterapia, no período que se inicia logo após o clampeamento do cordão umbilical e se prolonga até 28 dias após o parto. Durante esse período, o fisioterapeuta promove o manuseio da parte motora e pulmonar do recém-nascido. Na fisioterapia neonatal, um dos objetivos do manuseio pulmonar traduz-se na remoção das secreções brônquicas em excesso. Embora alguns estudos clínicos tenham demonstrado ...

  17. Terapia intensiva: El problema de los medios y los fines

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Gherardi

    2011-12-01

    Full Text Available La tecnología médica aplicada a la medicina del paciente agudo y grave permitió la creación de un área asistencial diferenciada y el desarrollo del cuidado intensivo como una nueva especialidad. Los nuevos medios disponibles para reemplazar o asistir funciones de órganos vitales fueron los determinantes de este avance tan importante en el desarrollo de toda la alta complejidad médica en los últimos cuarenta años. Sin embargo la aplicabilidad de estos medios, que en este caso son los soportes vitales, no se han podido sustraer de la filosofía del imperativo tecnológico que ha impregnado a toda la cultura de la sociedad contemporánea. Se observa en este tiempo una influencia perniciosa que perturba el recuerdo permanente de los fines de la medicina, que no son los de evitar la muerte o a la consideración del valor vida como un absoluto ajeno a las preferencias del paciente. Las decisiones finales en circunstancias irreversibles, en que sólo es posible mantener una vida biológica, deben ser tomadas por los médicos y los familiares.

  18. Incidência de insuficiência renal aguda na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de um hospital paulista Incidencia de insuficiencia renal crónica aguda en la Unidad de Cuidados Intensivos Neonatal de un hospital de Sao Paulo Incidence of acute renal failure in the Neonatal Intensive Care Unit of a hospital in São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Ribeiro Nogueira Ferraz

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Verificar a incidência de insuficiência renal aguda (IRA como motivo de admissão de pacientes na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN de um hospital paulista, e o uso da classificação de RIFLE na alocação destes pacientes. MÉTODOS: Levantamento de prontuários no período de 04 a 25/04/2008. RESULTADOS: Das 19 admissões de neonatos por diagnósticos diversos, 10% foram geradas por IRA (RIFLE, sendo os pacientes encaminhados à programas de diálise. CONCLUSÃO: Este levantamento realizado, com um número reduzido de indivíduos, demonstrou que a IRA representou 10% das causas de internação primária em UTIN. Maior tempo de observação seria importante para avaliar a progressão para IRA dos outros diagnósticos. Trabalhos com maior número de indivíduos e maior tempo de observação seriam importantes para se obter a real incidência desta complicação como causa de internação em UTIN.OBJETIVOS: Verificar la incidencia de insuficiencia renal aguda (IRA como motivo de admisión de pacientes en la Unidad de Cuidados Intensivos Neonatal (UCIN de un hospital de Sao Paulo, y el uso de la clasificación de RIFLE en la asignación de estos pacientes. MÉTODOS: Se llevó a cabo un levantamiento de historias clínicas en el período comprendido ente el 04 al 25/04/2008. RESULTADOS: De las 19 admisiones de neonatos por diversos diagnósticos, el 10% fueron generadas por IRA (RIFLE, siendo los pacientes encaminados a los programas de diálisis. CONCLUSIÓN: Este levantamiento realizado, con un número reducido de individuos, demostró que la IRA representó el 10% de las causas de internamiento primario en la UCIN. Sería importante un mayor tiempo de observación para evaluar el progreso de los otros diagnósticos hacia la IRA. Trabajos con mayor número de individuos así como de mayor tiempo de observación serían importantes para obtenerse la incidencia real de esta complicación como causa de internamiento en la UCIN

  19. Enfermeiro instrutor no processo de treinamento admissional do enfermeiro em unidade de terapia intensiva Enfermero instructor en el proceso de entrenamiento de admisión del enfermero en una unidad de Cuidados Intensivos Nurse instructor in the process of admission training of nurses in the intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sarah Marília Bucchi

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Definir e analisar o perfil do enfermeiro-instrutor do treinamento admissional de enfermeiro de Unidade de Terapia Intensiva. MÉTODOS: O estudo desenvolveu-se na perspectiva da pesquisa-ação, adotando-se a técnica de grupo focal e a interlocução por via eletrônica, para coleta de dados. Assim, contou-se com a participação de 29 enfermeiros, sendo 11 nas sessões de grupo focal e 18 na interlocução eletrônica. RESULTADOS: Dentre as competências do instrutor, definidas pelo grupo, destacaram-se o conhecimento técnico-científico atualizado, postura ética e habilidade para ensinar e ao instrutor foi atribuído papel fundamental no processo de treinamento admissional. CONCLUSÕES: A pesquisa promoveu reflexão no grupo e nas pesquisadoras sobre os aspectos intervenientes no processo educativo e a respeito da identidade do grupo caracterizada pelo papel assistencial e pela autonomia de ação, sendo papel do instrutor transmitir esses valores aos ingressantes.OBJETIVO: Definir y analizar el perfil del enfermero-instructor del entrenamiento de admisión del enfermero a la Unidad de Cuidados Intensivos. MÉTODOS: El estudio se desarrolló en la perspectiva de la investigación-acción, adoptándose la técnica del grupo focal y la interlocución por vía electrónica, para la recolección de los datos. Así, se contó con la participación de 29 enfermeros, siendo 11 en las sesiones de grupo focal y 18 en la interlocución electrónica. RESULTADOS: Entre las competencias del instructor, definidas por el grupo, se destacaron el conocimiento técnico-científico actualizado, postura ética y habilidad para enseñar, atribuyéndosele el papel fundamental en el proceso de entrenamiento de admisión. CONCLUSIONES: La investigación promovió la reflexión en el grupo y en las investigadoras sobre los aspectos intervinientes en el proceso educativo y respecto a la identidad del grupo caracterizada por el papel asistencial y la

  20. Vivência de enfermeira no cuidado transpessoal às famílias de neonatos egressos da unidade de terapia intensiva Vivencia de enfermera en el cuidado transpersonal a familias de neonatos egresados de la unidad de cuidados intensivos Experience of a nurse in transpersonal caring for families of neonates discharged from the intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Favero

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a vivência de enfermeira domiciliar no cuidado transpessoal às famílias de neonatos egressos de unidade de terapia intensiva. MÉTODOS: Pesquisa qualitativa tipo estudo de caso descritivo. Utilizou-se a Teoria do Cuidado Transpessoal operacionalizada pelo Processo de Cuidar de Lacerda. Sete famílias foram acompanhadas e tornaram-se participantes do estudo. Os dados foram coletados por meio de documentos e registros em arquivo. RESULTADOS: As práticas de cuidados do cuidador familiar, suas demandas e necessidades; a importância da enfermagem no processo de hospitalização, alta e cuidados domiciliares foram constatadas. CONCLUSÃO: Esse caminhar possibilitou compreender que as ações do cuidar precisam estar aliadas ao cuidado humano, e à necessidade de investimentos em pesquisas capazes de aliar o cuidado domiciliar ao cuidado transpessoal na enfermagem e demais profissões da área de saúde.OBJETIVO: Describir la vivencia de enfermera domiciliaria en el cuidado transpersonal a familias de neonatos egresados de la unidad de cuidados intensivos. MÉTODOS: Investigación cualitativa de tipo estudio de caso descriptivo. Se utilizó la Teoría del Cuidado Transpersonal operacionalizada por el Proceso de Cuidar de Lacerda. Fueron acompañadas siete familias tornándose participantes del estudio. Los datos fueron recolectados por medio de documentos y registros en archivo. RESULTADOS: Las prácticas de cuidados del cuidador familiar, sus demandas y necesidades; la importancia de la enfermería en el proceso de hospitalización, alta y cuidados domiciliarios fueron constatados. CONCLUSIÓN: Ese caminar posibilitó comprender que las acciones del cuidar precisan estar aliadas al cuidado humano, y a la necesidad de inversiones en investigaciones capaces de aliar el cuidado domiciliario al cuidado transpersonal en la enfermería y demás profesiones del área de la salud.OBJECTIVE: To describe the lived experience of home

  1. Ambiente do centro de terapia intensiva e o trabalho da equipe de enfermagem Ambiente del centro de cuidados intensivos y el trabajo del grupo de enfermería The environment of the intensive care center and the work of the nursing staff

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suzel Regina Ribeiro Chavaglia

    2011-12-01

    Full Text Available Estudo descritivo exploratório com abordagem quantitativa. Objetiva caracterizar o ambiente do Centro de Terapia Intensiva (CTI quanto à área física, recursos materiais e equipamentos e identificar os fatores ambientais que intervêm na atuação dos profissionais de enfermagem. Investiga os fatores que contribuem para um espaço esteticamente harmônico, funcional e humanizado e que favorecem o desempenho do trabalho. As unidades constituintes do CTI atendem às recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA quanto aos itens avaliados. Como condições favoráveis ao trabalho destacaram-se: condições térmicas; cor do teto, parede e pisos; luminosidade. Como condições desfavoráveis ao trabalho destacaram-se: áreas externas; privacidade e individualidade dos clientes e ruído. Conclui-se que as instalações analisadas atendem às recomendações mínimas da ANVISA. Identificaram-se condições favoráveis e desfavoráveis ao trabalho dos profissionais. A criação de melhores condições ambientais permite melhor desempenho da equipe, influenciando positivamente para uma assistência de qualidade, com segurança e satisfação profissional.Estudio exploratorio descriptivo, con enfoque cuantitativo. Objetiva caracterizar el ambiente del Centro de Cuidados Intensivos (CCI en el área de recursos físicos, materiales y equipos, e identificar los factores que intervienen en ambiente de trabajo de las enfermeras. Investiga los factores ambientales que contribuyen a un espacio estéticamente armónico, funcional y humanizado que favorecen el desempeño del trabajo. Las unidades que conforman el CCI cumplen con las recomendaciones de la Agencia Nacional de Vigilancia Sanitaria (ANVISA en los artículos evaluados. Como condiciones favorables de trabajo se destacaron: condiciones térmicas, color del techo, paredes y pisos, luminosidad. Como malas condiciones de trabajo se destacaron: protección de datos al aire libre

  2. Evolução e característica de lactantes com bronquiolite viral aguda submetidos à ventilação mecânica em uma unidade de terapia intensiva pediátrica brasileira Outcome and characteristics of infants with acute viral bronchiolitis submitted to mechanical ventilation in a Brazilian pediatric intensive care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Umpierre Bueno

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as características e a evolução de lactantes com bronquiolite aguda submetidos à ventilação mecânica. MÉTODOS: Estudo retrospectivo desenvolvido entre março 2004 e setembro 2006 (três invernos consecutivos, recrutando todos os lactantes (menos de 12 meses de idade com diagnóstico de bronquiolite viral aguda e submetidos à ventilação mecânica em uma unidade de terapia intensiva, brasileira, ligada a uma universidade. Os parâmetros de ventilação mecânica adotados no 1°, 2° 3° e 7° dia e antes da extubação foram avaliados, assim como a evolução (taxa de mortalidade, presença da síndrome de desconforto respiratório agudo e prevalência de complicações. Os grupos foram comparados usando o teste t de Student, o teste U de Mann-Whitney e o teste Qui-Quadrado. RESULTADOS: Foram incluídos 59 lactantes (3,8 ± 2,7 meses de idade, 59% de sexo masculino com 9,0 ± 9,4 dias em ventilação mecânica. Antes da ventilação mecânica, ventilação não-invasiva foi instituída em 71% dos lactantes. Foi observada anemia em 78% da amostra. Em 51 lactantes (86,5%, o padrão obstrutivo de vias aéreas inferiores foi mantido até extubação intratraqueal, com mortalidade nula e baixa prevalência de pneumotórax (7,8%. A síndrome de desconforto respiratório agudo, ocorreu em 8 lactantes (13,5% com mortalidade mais elevada e alta prevalência de pneumotórax (62,5%. CONCLUSÕES: O declínio na mortalidade em crianças com bronquiolite viral aguda tem sido observado mesmo em regiões não desenvolvidas, com altas taxas de anemia e partos prematuros. A baixa mortalidade está associada à manutenção o padrão obstrutivo de vias aéreas inferiores durante o tempo em ventilação mecânica. O desenvolvimento da síndrome de desconforto respiratório agudo está associado a uma mortalidade mais elevada e maior porcentagem de complicações representando o desafia atual para o tratamento de crianças com

  3. Qualidade de vida no trabalho e burnout em trabalhadores de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva Calidad de vida en el trabajo y burnout entre profesionales de enfermería que actúan en Unidad de Cuidados Intensivos Quality of working life and burnout among nursing staff in Intensive Care Units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Rodrigues Costa Schmidt

    2013-02-01

    Full Text Available Estudo descritivo, correlacional, de corte transversal, cujos objetivos foram avaliar a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT e a presença da Síndrome de Burnout entre profissionais de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva. Compuseram a amostra 53 trabalhadores de enfermagem de um hospital escola do interior do Paraná, Brasil. Utilizou-se para a coleta de dados: instrumento de caracterização sócio-demográfica e profissional, Escala Visual Analógica para QVT e o Maslach Burnout Inventory (MBI. A coleta de dados ocorreu entre abril e agosto de 2009. Predominaram auxiliares de enfermagem (52,8%, do sexo feminino (66,0%, casados (67,9%, com idade média de 42,4 anos. A média de QVT para o total da amostra foi de 71,1 (D.P.=15,5, demonstrando uma avaliação satisfatória para essa medida. As dimensões Exaustão Emocional, Despersonalização e Realização Profissional obtiveram média de 11,4 (DP=7,7, 4,6 (DP=4,1 e 25,0 (DP=5,9, respectivamente, enquanto a medida de QVT somente obteve associação estatisticamente significante com a dimensão Exaustão Emocional (p=0,000.Se trata de un estudio de correlación, descriptivo y transversal cuyo objetivo fue evaluar la calidad de vida en el trabajo (CVT y la incidencia de burnout entre trabajadores de enfermería que actúan en Unidad de Cuidados Intensivos. La muestra fue constituida por 53 profesionales de enfermería de un hospital escuela de la ciudad de Londrina-PR, Brasil. La recolecta de datos fue realizada en el período de abril a agosto de 2009 por medio de tres cuestionarios: datos generales y profesionales, Escala Visual Analógica para CVT y lo Maslach Burnout Inventory (MBI. Predominaran en la muestra auxiliares de enfermería (52,8%, del sexo femenino (66,0%, casadas (67,9%, con edad promedia de 42,4 años. En lo que concierne a la evaluación de la CVT, se obtuve promedia de 71,1 (DE=15,5, demostrando una buena evaluación para esa medida. Las dimensiones del MBI (AE, DP, RP

  4. Função renal de pacientes de unidade de terapia intensiva: creatinina plasmática e proteína carreadora do retinol urinário Renal function of intensive care unit patients: plasma creatinine and urinary retinol-binding protein

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Satoko Mizoi

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: A avaliação precoce da disfunção renal usando marcadores usuais não supre uma indicação quer da sensitividade e da especificidade da disfunção renal de pacientes críticos. Seriam desejáveis marcadores mais específicos e sensíveis para a detecção precoce de um processo fisiopatológico renal em fase inicial. A proteína carreadora do retinol urinário poderia ser um método alternativo para avaliação precoce da função renal destes pacientes. MÉTODOS: O estudo acompanhou 100 pacientes em terapia intensiva e avaliou suas variáveis clinicas e laboratoriais, incluindo a dosagem de creatinina plasmática e proteina carreadora do retinol urinário e as variáveis demográficas. RESULTADOS: A amostra foi caracterizada por pacientes geriátricos (63,4±15,6 anos, homens (68%, sendo 53% cirúrgicos. Análise estatística mostrou associação entre creatinina plasmática e as seguintes variáveis: gênero (p=0,026, idade (p=0,038, uso de medicação vasoativa (p=0,003, proteinúria (p=0,025, escore Acute Physiological Chronic Health Evaluation (APACHE II (p=0,000, uréia (p=0,000, potássio (p=0,003 clearance de creatinina estimado (p=0,000. A proteína carreadora do retinol urinário correlacionava-se com outras variáveis: peso usa de ventilação invasiva (p=0,000, uso de medicamentos antinfamatórios não-esteróides (p=0,018, uso de medicação vasoativa (p=0,021, temperatura alta (>37,5ºC (p=0,005, proteinúria (p=0,000, bilirubinúria (p=0,004, fluxo urinário (p=0,019, pressão diastólica mínima (p=0,032, pressão sistólica mínima (p=0,029, APACHE II (p=0.000, creatinina (p=0,001, uréia (p=0,001 e clearance de creatinina estimado (p=0,000. A proteína carreadora do retinol urinário também tende a ser associada com doença renal anterior, vasculopatias e neoplasias. Na análise univariada, a fração de excreção de sódio se correlacionou com creatinina plasmática e proteina carreadora do retinol urin

  5. Demandas do trabalho e controle: implicações em unidades de terapia intensiva pediátrica e neonatal Demandas y control del trabajo: implicaciones en las unidades de tratamiento intensivo pediatrico y neonatal Demands and control of work: implications in pediatric and neonatal intensive care units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monalisa de Cássia Fogaça

    2010-08-01

    Full Text Available Comparar a demanda e o controle sobre trabalho de médicos e enfermeiros que trabalham em unidades de tratamento intensivo pediátrica e neonatal. Estudo transversal com 37 médicos e 20 enfermeiros. Utilizou-se o Job Content Questionnarie. Médicos da UTI Neonatal diferem em suporte social recebido do supervisor (p=0,01 em relação aos da UTI Pediátrica. Enfermeiros da UTI Neonatal apresentam insegurança no trabalho (p=0,05. Médicos e enfermeiros da UTI Pediátrica diferem em controle sobre o trabalho; demanda psicológica do trabalho; esforço físico e suporte do supervisor (pComparación de la demanda y control sobre el trabajo de los médicos y enfermeras que trabajan en las unidades de tratamiento intensivo pediátrico y neonatal. Estudio transversal con 37 médicos y 20 enfermeras. Se utilizó el Job Content Questionnarie. Los médicos de la UCI Neonatal difieren en el apoyo social recibido desde el supervisor (p= 0,01 en comparacion com la UCI Pediátrica. Enfermeras de la UCI Neonatal actualmente la inseguridad en el empleo (p = 0,05. Los médicos y enfermeras de la UCI Pediátrica difieren em el control sobre el trabajo, las exigencias psicológicas del trabajo, esfuerzo físico y el apoyo del supervisor (pTo compare the demand and control over work of physicians and nurses working in pediatric and neonatal critical care units. Cross-sectional study with 37 doctors and 20 nurses. We used the Job Content Questionnarie. Physicians from the ICU Neonatal differ in social support received from the supervisor (p= 0.01 compared to the ICU Pediatric. ICU nurses of the Neonatal present job insecurity (p= 0.05. Physicians and nurses from the ICU Pediatric differ in control over the work, psychological demands of work, physical effort and support of the supervisor (p <0.05. Physicians and nurses from the ICU Neonatal show statistical differences in control over the work, physical effort and support of the supervisor (p<0.05. The work

  6. Perfil de uso de antimicrobianos e suas interações medicamentosas em uma UTI adulto do Rio Grande do Sul.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Neves

    2015-04-01

    Full Text Available Justificativa e objetivos: Em hospitais, especificamente nas UTIs, há uma maior possibilidade de seleção e disseminação de cepas microbianas resistentes, em função do uso excessivo de antimicrobianos e o não cumprimento do regime posológico. Com isso, o objetivo desse estudo foi de analisar os antibióticos utilizados, a indicação terapêutica, as interações medicamentosas em potencial, entre estes medicamentos e os demais utilizados pelos pacientes. Métodos: Foi realizado um estudo transversal e descritivo em um hospital nível IV do Rio Grande do Sul, a partir de prescrições medicamentosas da Unidade de Terapia Intensiva do período de abril a maio de 2011, que receberam pelo menos um antimicrobiano durante o período de internação. Sendo que, todas as prescrições foram avaliadas todos os dias. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa sob parecer consubstanciado número 154/2011. Resultados: A maioria (54% dos pacientes era do sexo feminino. A média de idade foi de 61,8 anos. A maior parte dos pacientes (63% tiveram alta da UTI. A média de medicamentos prescritos por paciente foi de 12,5 ± 3,6. Os antibióticos mais prescritos foram vancomicina, piperacilina+tazobactam e cefepime. Entre as possíveis interações, as de maior gravidade foram: Levofloxacino x Haloperidol e Levofloxacino x Insulina regular. Conclusão: Embora nem todas as interações medicamentosas possam ser prevenidas, a propagação do conhecimento entre os profissionais de saúde, através do profissional farmacêutico, quanto aos principais fatores de risco de interações medicamentosas, constitui um dos principais instrumentos de prevenção das interações medicamentosas.

  7. Interação mãe-bebê pré-termo e mudança no estado de humor: comparação do Método Mãe-Canguru com visita na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal Interaction between mothers and pre-term infants and mood changes: a comparison between the Kangaroo Mother Method and those observed on a visit to a Neonatal Intensive Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Guimarães Cruvinel

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar mudanças nos estados de humor de mães de bebês pré-termo em função do tipo de contato com o seu filho: Método Mãe-Canguru (MMC e visita ao filho na incubadora da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. MÉTODOS: foi aplicada a Escala Analógica de Humor em 60 mães divididas em 2 grupos: mães que participam do Método Mãe-Canguru (GC e mães que acompanharam o bebê na incubadora (GI. Os grupos foram pareados em função da idade das mães, número de gestações e tipo de parto. As mães foram avaliadas antes e depois de uma das visitas ao filho na incubadora ou sessão de MMC. RESULTADOS: as mães do GC melhoraram o humor, relatando: sentirem-se mais calmas, fortes, com idéias claras, ágeis, dinâmicas, satisfeitas, tranqüilas, perspicazes, relaxadas, atentas, competentes, alegres e amistosas. As mães do GI não apresentaram melhora no estado de humor em nenhum item, mas pioraram no item "sentindo-se desajeitada". CONCLUSÕES: o Método Mãe-Canguru mostrou-se eficaz na melhora nos estados de humor de mães de bebês pré-termo, contribuindo assim para a minimização dos efeitos negativos da internação neonatal.OBJECTIVE: to assess changes in the subjective state of mood of mothers of pre-term babies, comparing different kinds of mother-infant interaction: the Kangaroo Mother Method (KMM and those observed on a visit to a Neonatal Intensive Care Unit. METHODS: the Visual Analogue Mood Scale was used with 60 mothers divided into two groups: mothers included in the Kangaroo Program (KG and mothers with a baby on an incubator (IG. The groups were matched for the mothers' age, number of pregnancies and kind of delivery. The mothers were evaluated before and after a visit to the baby on an incubator or a KMM session. RESULTS: it was found that KG mothers were in a better mood, reporting that they felt calmer, stronger, more clear-headed, more agile, dynamic, satisfied, at ease, perceptive, relaxed, considerate

  8. Expectativas de familiares de clientes em UTI sobre o atendimento em saúde: estudo sociopoético Expectativas de familiares de clientes en uti sobre el cuidado de la salud: estudo sociopoético Expectations of family members of clients in the ICU on health care: socio-poetic study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Soares da Silva

    2010-06-01

    Full Text Available Considerando a política de humanização no atendimento de saúde, tem-se como o problema de pesquisa: quais são as expectativas dos familiares de clientes internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI quanto à humanização no atendimento pela enfermagem atuante neste setor? Objetivo: analisar a dimensão imaginativa dos familiares de clientes hospitalizados em UTI, identificando suas expectativas sobre o atendimento de suas necessidades humanas pela equipe de enfermagem. Pesquisa sociopoética realizada em 2008 em um Hospital do Rio de Janeiro, Brasil. Grupo Pesquisador: 11 familiares. Resultados com as categorias analíticas: Superando sentimentos de ansiedade; Refletindo sobre as informações de saúde e Fontes de superação da internação do familiar em UTI. Concluiu-se que os familiares expressaram expectativas positivas em relação à internação do cliente, por meio do acolhimento e das informações recebidas. Como contribuição do estudo, acredita-se que, com a orientação e o acolhimento da enfermagem, eles poderão ultrapassar suas expectativas, possibilitando seu crescimento individual e maior aquisição de habilidades em qualidades humanas.Considerando la política de humanización en la asistencia de salud, se presenta el problema de la investigación: ¿cuáles son las expectativas de los familiares de los enfermos internados en Unidad de Terapia Intensiva (UTI en lo relacionado con la humanización en el cuidado brindado por el equipo de enfermería actuante en este setor? Objetivo: analizar la dimensión imaginativa de los familiares de clientes hospitalizados en la UTI, identificando las expectativas que tienen de la atención de sus necesidades humanas por el equipo de enfermería. Investigación sociopoética realizada en 2008, en un Hospital de Río de Janeiro-Brasil. Grupo investigador 11 familiares. Resultados con las categorías analíticas: Superando sentimientos de ansiedad; Reflexiones sobre la informaci

  9. Hand hygiene: the impact of incentive strategies on adherence among healthcare workers from a newborn intensive care unit Higienización de las manos: el impacto de estrategias que incentiven la adhesión entre los profesionales de la salud de una unidad de terapia intensiva neonatal Higienização das mãos: o impacto de estratégias de incentivo à adesão entre profissionais de saúde de uma unidade de terapia intensiva neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zilah Cândida Pereira das Neves

    2006-08-01

    .Com o objetivo de avaliar o impacto do uso de diferentes estratégias de incentivo à higienização das mãos de profissionais de saúde de uma UTI neonatal em Goiânia - GO, realizou-se um estudo de intervenção não controlada, denominado antes-depois. Observados os aspectos éticos, os dados foram coletados, utilizando-se um check list para o registro das oportunidades de higienização das mãos, por seis meses. Utilizaram-se três estratégias de incentivo, construídas com a participação das equipes da instituição. Foram observadas 1358 oportunidades de higienização das mãos. As estratégias de incentivo promoveram pequeno impacto no aumento da adesão à higienização das mãos nos períodos durante e após a sua implementação, sendo que esse aumento ocorreu, predominantemente, no momento posterior à realização dos procedimentos. Na adesão global, os percentuais foram semelhantes antes (62,2% e após (61,6% a execução de procedimentos. O estudo sinaliza maior preocupação dos profissionais com o risco individual.

  10. Terapia intensiva neonatal e pediátrica no Rio de Janeiro: distribuição de leitos e análise de eqüidade Neonatal and pediatric intensive care in Rio de Janeiro: distribution of beds and analysis of equity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ARNALDO PRATA BARBOSA

    2002-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Identificar as UTIs pediátricas do Rio de Janeiro, número de leitos, distribuição geográfica, natureza pública ou privada, tipo de atendimento e de hospital, estudar a demanda da população e elaborar propostas de melhoria na eqüidade. MÉTODOS: Foram visitadas todas as UTIs do Estado, de julho de 97 a junho de 98, levantado o número de leitos e tempo médio de permanência. Com essas informações e dados do IBGE, estabeleceu-se a necessidade de leitos e a comparação entre oferta e demanda por regiões, formulando-se propostas de melhoria na eqüidade. RESULTADOS: Foram identificadas 80 UTIs (excluídas seis, totalizando 1.080 leitos; 60% intensivos e 40% semi-intensivos; 57% públicos e 43% privados; 52% em UTIs neonatais exclusivas, 14% em pediátricas e 34% em mistas (65% leitos neonatais, totalizando 791 leitos neonatais (73%. A maioria das UTIs (75% situava-se em hospitais gerais, 20% em maternidades ou hospitais materno-infantis e somente 5% eram centros universitários; a maioria na região metropolitana (89%, com 93% dos leitos para 74% da população infantil, dos quais a maioria na cidade do Rio de Janeiro (76%, com 73% dos leitos para 37% da população, enquanto que no interior existem apenas oito unidades (11% e 79 leitos (7% para 26% da população. CONCLUSÕES: Não há eqüidade na distribuição e no acesso aos leitos disponíveis, com carência no setor público e excesso no privado, grande concentração na região metropolitana e somente 5% das UTIs em hospitais universitários, propondo-se medidas de redistribuição e alocação de novos leitos em regiões mais carentes, associada à criação de uma central de vagas e sistema eficiente de transporte e referência.OBJECTIVES: To identify the pediatric ICUs at Rio de Janeiro, number of beds, geographical distribution, public or private nature, type of hospital and assistance, studying population demand and to propose measures for improving equity

  11. Terapia de choque

    DEFF Research Database (Denmark)

    Agustin, Oscar Garcia

    2012-01-01

    No hay alternativa, nos dicen. Ya no hay líneas rojas. Sólo un poco más de terapia de choque para aumentar el desorden bipolar entre los que tienen y los que no.......No hay alternativa, nos dicen. Ya no hay líneas rojas. Sólo un poco más de terapia de choque para aumentar el desorden bipolar entre los que tienen y los que no....

  12. GPs should evaluate all children following UTI.

    Science.gov (United States)

    Hutchings, Frances; Jadresić, Lyda

    2010-01-01

    Ten per cent of girls and 3% of boys will have had a UTI by 16 years of age. The majority are acute, isolated illnesses that resolve quickly, with no long-term implications for the patient. However, UTIs may be associated with underlying congenital abnormalities, and recurrent infections can lead to renal scarring. UTI is defined as bacteriuria in the presence of symptoms. Asymptomatic bacteriuria does not require treatment or investigation. The presentation of UTI is extremely variable. The only way to differentiate a UTI from a viral infection is by testing the urine and this should be carried out within 24 hours in children with non-specific fever. UTIs can also present with vomiting, failure to thrive or persistent irritability. A urine infection in the presence of any of the above symptoms is a pyelonephritis (upper UTI). Children may also present with classical symptoms of cystitis (lower UTI) such as urinary frequency, dysuria and abdominal pain. Most children with UTI, even if febrile, can be managed in the community. If the initial assessment shows a high risk of serious illness, there should be an urgent referral to a paediatrician. The same applies to infants under three months with suspected UTI. It is better to obtain a urine sample by the clean catch method, rather than using urine pads or bags. Leucocyte esterase and nitrite dipsticks are not reliable in children under three, so a negative dipstick does not rule out UTI. Not every child needs to be referred after a first UTI. However, they should all be evaluated to help determine which require renal imaging as well as identifying triggers for recurrence. GPs are central to the identification of children at risk of renal pathology. All children who are diagnosed and treated for a UTI must be assessed for risk of renal abnormalities and/or recurrence.

  13. Exposição corporal do cliente durante a avaliação física em Unidade de Terapia Intensiva Exposición corporal del paciente en la evaluación física en Unidad de Tratamiento Intensivo Exhibition of the client's body during the physical examination in the Intensive Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jussara Simone Lenzi Pupulim

    2005-10-01

    Full Text Available Estudo descritivo om abordagem quanti-qualitativa, que objetivou analisar situações implicadas na exposição corporal do cliente na assistência em UTI, os comportamentos das pessoas envolvidas e as conseqüências para as próprias. Os dados foram coletados junto a 15 enfermeiras, empregando-se a Técnica do Incidente Crítico. Identificaram-se categorias de situação, comportamento e conseqüência. Optou-se, neste trabalho, por discutir a categoria de situação avaliação física, pela importância para o tratamento intensivo. Constatou-se que proteger a privacidade do cliente e respeitá-lo garantem a qualidade assistencial. O gênero do cuidador emergiu como fator complicador para a manutenção da privacidade. Percebeu-se insegurança e inabilidade nos profissionais em contornar conflitos oriundos da exposição corporal para o exame físico, mesmo prevalecendo condutas direcionadas ao resguardo da intimidade do cliente.Investigación descriptiva cuanticualitativa, objetivando analizar situaciones que implican la exhibición corporal del paciente asistido en UTI, los comportamientos de las personas involucradas y las consecuencias para ellas. Los datos fueron recolectados con 15 enfermeras, aplicándose la Técnica del Incidente Crítico. Se obtuvieron categorías de situación, comportamiento y consecuencia. En este estudio se optó por discutir la categoría de situación evaluación física, debido a su importancia en UTI. Fue verificado que proteger la privacidad del cliente y respetar lo garantizan la calidad asistencial, y que el género del cuidador surgió como el factor complicador para el mantenimiento de la privacidad. Se notó inseguridad e incapacidad en los profesionales para resolver conflictos producidos por la exhibición corpórea, mismo prevaleciendo las conductas dirigidas a la protección de la intimidad del cliente.Descriptive study with a quanti-qualitative approach that aimed at analyzing the involving

  14. Ocorrências iatrogênicas com medicação em Unidade de Terapia Intensiva: condutas adotadas e sentimentos expressos pelos enfermeiros Ocurrencias iatrogénicas com medicamentos en Unidad de Cuidados Intensivos: conductas y sentimientos de los enfermeros Iatrogenic occurrences with medication in I. C.U: nurse's procedures and feelings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Katia Grillo Padilha

    2002-03-01

    Full Text Available Ocorrências iatrogênicas com medicação na UTI são eventos indesejáveis que exigem pronta intervenção do enfermeiro. Opresente estudo foi realizado com os seguintes objetivos:- verificar a conduta dos enfermeiros diante de uma ocorrência commedicação, identificar os sentimentos vividos nessas situações e caracterizar os fatores relacionados a esses eventos. Pormeio de um questionário respondido por 148 enfermeiros de UTI (76,7% de 7 hospitais do Município de São Paulo, nosanos de 1997 e 1998, os dados foram obtidos e analisados segundo freqüência absoluta e percentual. Os resultados permitiramconcluir que as condutas mais citadas incluíram: comunicar o fato ao médico (31,7%, intensificar os controles (26,5% ecomunicar a chefia de enfermagem (13,5%. Ansiedade, impotência e culpa foram sentimentos mais apontados com38,1%, 14,6% e 12,3%, respectivamente. O fator relacionado às ocorrências mais freqüente foi a displicência do funcionário(23,1%. Quanto à vivência desse tipo de ocorrência, a maior porcentagem (43,2% referiu ter vivido situação semelhanteraras vezes.Ocurrencias iatrogénicas com medicamentos en UCI no son hechos esperados y necesitan rápida actuación de los enfermeros.El estudio tuvo los siguientes objectivos: verificar la conducta de los enfermeros delante de una ocurrencia iatrogénica commedicamnetos; identificar los sentimientos provocados por tales situaciones y identificar los factores vinculados a talesocurrencias. Ciento cuarenta ocho enfermeros (76,7% de 7 UCI de la ciudad de São Paulo, Brasil, contestaran una encuestaen los años de 1997 y 1998. Los resultados llevan a concluir que las conductas más frecuentes incluyeran: comunicar elhecho al médico (31,7%, aumentar los controles (26,5% y comunicar el hecho al director de enfermería (13,5%. Ansiedad(38,1%, impotencia (14,6% y culpa (12,3%fueranlos sentimientos más frecuentes. El factor más importante relacionado a las ocurrencias iatrg

  15. Pneumonia associada à ventilação mecânica: epidemiologia e impacto na evolução clínica de pacientes em uma unidade de terapia intensiva Ventilator-associated pneumonia: epidemiology and impact on the clinical evolution of ICU patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Mendes de Azambuja Rodrigues

    2009-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: Apesar de representar uma das principais causas de infecção nosocomial, o papel da pneumonia associada à ventilação mecânica (PAVM no prognóstico ainda permanece indefinido. O objetivo deste estudo foi avaliar o impacto dessa doença na evolução clínica dos pacientes. MÉTODOS: Estabeleceu-se uma coorte prospectiva de 233 pacientes sob ventilação mecânica (grupo PAV, n = 64; grupo controle, n = 169. Os desfechos primários foram tempo de ventilação mecânica (TVM, tempo de permanência na UTI (TUTI, tempo de permanência hospitalar (TH e mortalidade na UTI. Os desfechos secundários foram mortalidade hospitalar, perfil microbiológico, uso prévio de antibióticos e fatores de risco para PAVM. RESULTADOS: Os desfechos dos grupos controle e PAVM foram, respectivamente, os seguintes: mediana do TVM (dias, 9 (intervalo interquartílico [II]: 5-15 e 23 (II: 15-37; p OBJECTIVE: Although ventilator-associated pneumonia (VAP is a major cause of nosocomial infection, its role in the prognosis of patients remains undefined. The objective of this study was to evaluate the impact of VAP on the clinical evolution of patients. METHODS: This was a prospective cohort study involving 233 patients on mechanical ventilation (VAP group, n = 64; control group, n = 169. Primary outcomes were time on mechanical ventilation (TMV, time in ICU (TICU, overall length of hospital stay (LHS and in-ICU mortality. Secondary outcomes were in-hospital mortality, microbiological profile, prior use of antibiotics and risk factors for VAP acquisition. RESULTS: Control and VAP group outcomes were, respectively, as follows: median TMV (days, 9 (interquartile range [IQR]: 5-15 and 23 (IQR: 15-37; p < 0.0001; median TICU (days, 12 (IQR: 8-21 and 27 (IQR: 17-42; p < 0.0001; median LHS (days, 33 (IQR: 18-64 and 46 (IQR: 25-90; p = 0.05; and in-ICU mortality, 38% (95% CI: 31-45 and 55% (95% CI: 42-67; p = 0.02. VAP was a predictor of in-ICU mortality (OR = 3

  16. Conhecimento da disponibilidade e sobre o uso da ventilação não invasiva em unidades de terapia intensiva de hospitais públicos, privados e de ensino da região metropolitana de São Paulo Availability and use of noninvasive ventilation in the intensive care units of public, private and teaching hospitals in the greater metropolitan area of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lara Maris Nápolis

    2006-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o conhecimento da disponibilidade de equipamentos para ventilação não invasiva e o grau de conhecimento, atualização e familiaridade sobre ventilação não invasiva entre médicos, enfermeiros e fisioterapeutas em unidades de terapia intensiva de hospitais públicos, privados e de ensino da região metropolitana de São Paulo. MÉTODOS: Preenchimento de questionário no local. RESULTADOS: A disponibilidade de equipamentos para ventilação não invasiva na região metropolitana de São Paulo é elevada, sendo maior nos hospitais privados do que nos de ensino e em ambos é maior do que nos públicos. Nos hospitais públicos predomina o uso de aparelhos de ventilação invasiva adaptados para ventilação não invasiva. Nos hospitais privados predomina o gerador de fluxo e nos hospitais de ensino, os ventiladores específicos para ventilação não invasiva. Todos os fisioterapeutas sentiam-se aptos a instalar a ventilação não invasiva, contra 72,6% dos médicos e 33,3% dos enfermeiros. Médicos e fisioterapeutas tiveram grande percentagem de acertos nas indicações e contra-indicações da ventilação não invasiva, que foi menor para os enfermeiros. Em um ano, mais fisioterapeutas leram artigos científicos e participaram de aulas sobre ventilação não invasiva do que médicos, e estes mais que enfermeiros. CONCLUSÃO: A disponibilidade de equipamentos para ventilação não invasiva é elevada nos hospitais da região metropolitana de São Paulo, com diferenças no tipo de equipamento disponível. Médicos e fisioterapeutas têm elevado grau de acerto nas indicações e contra-indicações de seu uso. Fisioterapeutas sentem-se mais aptos a instalar a ventilação não invasiva e estão mais atualizados do que médicos e enfermeiros.OBJECTIVE: To determine the availability of noninvasive positive-pressure ventilation equipment, as well as the level of expertise and familiarity of physicians, nurses and

  17. Administração do tempo nas atividades de enfermagem de uma UTI Administração hacen el uma UTI en las atividades de enfermagem de del tempoexcesiva de trabajo Administration of the time in the activities of nursing of a UTI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karleny dos Santos Alencar

    2004-08-01

    Full Text Available O trabalho investigou como enfermeiras assistenciais de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI empregam seu tempo durante a execução de suas atividades e quais estratégias utilizam para realizá-las. Trata-se de um estudo exploratório e descritivo, realizado numa instituição pública na cidade de Fortaleza/CE. A pesquisa ocorreu de fevereiro a abril de 2004, havendo sido utilizados como instrumentos uma entrevista e um check list. Os dados foram apresentados em figuras. As falas foram lidas e interpretadas, tendo como referencial teórico literaturas sobre administração do tempo. Percebemos que as enfermeiras não aproveitam adequadamente seu tempo, relatam estar sempre sobrecarregadas e realizando tarefas burocráticas que não lhes competem. Delegam tarefas aos auxiliares, para desenvolverem suas atividades durante a jornada de trabalho. Entretanto, faz-se necessário um redimensionamento de pessoal para melhoria da assistência de Enfermagem.El trabajo investigado como alimenta los assistenciais de una Unidad de su de uso de Terapia Intensivo cronometran durante la ejecución de sus actividades y qué estrategias use para usted lógrelos. Es un estudio exploratorio, descriptivo, cumplido en una institución pública en la ciudad de Fortaleza/CE. LA investigación pasó de febrero a abril de 2004. Los instrumentos usados eran una entrevista y una lista de control. Los datos se presentaron en las ilustraciones. Los discursos fueron leídos, interpretó cuida las literaturas teóricas al referencial sobre la administración del tiempo. Nosotros notamos que las enfermeras no toman que los su de ventaja cronometran apropiadamente, ellos dicen siempre se cargue excesivamente y logrando las tareas burocráticas que los ellos no los compiten. Ellos delegan las tareas a los auxiliares, para nosotros para desarrollar sus actividades por el día de trabajo. Sin embargo, es necesario un redimensionamento del personal para la mejora de la

  18. Hipnosis y terapias cognitivas

    OpenAIRE

    Feixas i Viaplana, Guillem

    2008-01-01

    La hipnosis y la terapia cognitiva parecen reflejar, en principio, dos concepciones muy distintas de la intervención psicológica. Sin embargo, ambas contemplan entre sus objetivos la reorganización de las estructuras cognitivas del cliente. Este objetivo común las hace compatibles y podría permitir a las terapias cognitivas nuevas formas de intervenir en tales estructuras. La hipnosis promueve que el cliente haga por sí mismo este proceso de reestructuración sin el control racional y conscien...

  19. Evolução clínica de pacientes com insuficiência renal aguda em unidade de terapia intensiva Evolución clínica de pacientes con insuficiencia renal aguda en la unidad de cuidados intensivos The clinical outcome of patients with acute renal failure in intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucienne Dalla Bernardina

    2008-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a evolução clínica de pacientes com insuficiência renal aguda (IRA submetidos a tratamento dialítico e não-dialítico na UTI. MÉTODOS: Estudo prospectivo onde foram incluídos pacientes com idade maior que 18 anos e com creatinina sérica > 1,5 mg/dl. Os pacientes foram divididos em grupo dialítico e não-dialítico. RESULTADOS: Dos 70 pacientes incluídos 19 (27,1% foram do grupo dialítico e 51 (72,9% do grupo não-dialítico. A taxa de mortalidade foi de 42,1% no grupo dialítico e de 33,3% no grupo não-dialítico (pOBJETIVO: Evaluar la evolución clínica de pacientes con insuficiencia renal aguda (IRA sometidos a tratamiento dialítico y no-dialítico en la UCI. MÉTODOS: Se trata de un estudio prospectivo donde fueron incluídos pacientes mayores de 18 años y con creatinina sérica > 1,5 mg/dl. Los pacientes fueron divididos en grupo dialítico y no-dialítico. RESULTADOS: De los 70 pacientes incluídos 19 (27,1% fueron del grupo dialítico y 51 (72,9% del grupo no-dialítico. La tasa de mortalidad fue del 42,1% en el grupo dialítico y del 33,3% en el grupo no-dialítico (pOBJECTIVE:To evaluate the clinical outcome of acute renal failure (ARF patients when submitted to dialysis and non-dialysis treatments in ICU. METHODS: this prospective study included patients over 18 years of age and serum creatinine of >1.5 mg/dl. The patients were included in dialysis and non-dialysis groups. RESULTS: The study included 70 patients, 19 (27.1% comprised the dialysis group and 51 (72.9% the non-dialysis group. In the dialysis group, mortality rate was 42.1% and in the non-dialysis group was 33.3% (p<0.58. CONCLUSION: There were multifactors of ARF in ICU, but ARF is not the single cause for the high mortality rate in ICU patients.

  20. Recursos humanos das unidades de terapia intensiva do município de São Paulo Recursos humanos en las unidades de cuidados intensivos del municipio de São Paulo Human resources of the intensive care units from the municipal district of São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Kazue Miyadahira

    1999-12-01

    Full Text Available O estudo teve como objetivo investigar aspectos das UTIs do Município de São Paulo, no que se refere à composição da equipe assistencial, características da equipe de enfermagem e a caracterização dos enfermeiros. Os dados foram coletados através de 47 questionários distribuídos em 32 hospitais sorteados. Os resultados mostram que: os períodos da manhã e da tarde contaram com maior número de pessoal de todas as categorias da equipe assistencial, a maioria do pessoal de enfermagem tem jornada de trabalho de 36 horas, o salário dos enfermeiros variou de 700 a 1500 reais e que 66,1% freqüentaram curso de Pós-Graduação. Concluiu-se que a equipe de enfermagem correspondeu a 79,2% da equipe assistencial.El estudio tuvo como objetivo investigar aspectos de las UCIs (Unidades de Cuidados Intensivos del Municipio de São Paulo, en lo que se refiere a la composición del equipo asistencial; características del equipo de enfermería y de la caracterización de los enfermeros. Los datos fueron recolectados a través de 47 cuestionarios distribuidos en 32 hospitales sorteados. Los resultados muestran que: los periodos de la mañana y de la tarde contaron con mayor numero de personas de todas las categorías del equipo asistencial, la mayoría del equipo de enfermería tienen jornadas de trabajo de 36 horas semanales, la remuneración del enfermero varió de 700 a 1500 reales y que 66,1% frecuentaron el curso de Pós-grado. La conclusión es que el equipo de enfermería corresponde a 79,2% del equipo asistencial.The study had the purpose to investigate aspects of the ICUs from the Municipal district of São Paulo, regarding the composition of the clinical staff; characteristics of the nursing personnel and nurses' characterization. Data were collected through 47 questionnaires distributed in 32 hospitals. Results show that: the morning and the afternoon shifts have a larger number of people from all clinical categories, the majority of the

  1. "Near miss": repercussões e percepção da assistência recebida por mulheres sobreviventes egressas de uma unidade de terapia intensiva "Near miss": repercusiones y percepción de la asistencia recibida por mujeres sobrevivientes egresadas de una unidad de cuidados intensivos Repercussions of near miss and women's perception of care received in the critical care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Regina de Godoy

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Relatar as repercussões do "near miss" para a vida de mulheres sobreviventes e a percepção da assistência recebida. MÉTODOS: Trata-se de pesquisa qualitativa fundamentada na história oral. Foram utilizados conceitos da Antropologia Médica como referencial teórico. Para a coleta de dados foram realizadas entrevistas organizadas em narrativas com 13 mulheres egressas de uma UTI, durante o período de 2003 a 2005, residentes em Fernandópolis, SP. RESULTADOS: Os resultados mostraram que para algumas mulheres a experiência foi sofrida e deixou marcas, como a perda da fertilidade, sintomas depressivos, resignação ou falta de perspectiva de vida. Outras conseguiram ajustar-se e redirecionar suas vidas. Muitas se queixaram da assistência recebida, da negligência e ou imperícia dos profissionais durante o evento. CONCLUSÃO: Os resultados permitiram compreender a experiência das mulheres e apontaram para a desumanização do cuidado indicando a necessidade de estudos a respeito de questões éticas relativas às ações dos profissionais.OBJETIVO: Relatar las repercusiones del "near miss" para la vida de mujeres sobrevivientes y la percepción de la asistencia recibida. MÉTODOS: Se trata de una investigación cualitativa fundamentada en la historia oral. Como referencial teórico fueron utilizados conceptos de la Antropología Médica. Para la recolección de datos se llevaron a cabo entrevistas organizadas en narrativas con 13 mujeres egresadas de una UCI, durante el período del 2003 al 2005, residentes en Fernandópolis, SP. RESULTADOS: Los resultados mostraron que para algunas mujeres la experiencia fue de sufrimiento y dejó marcas, como la pérdida de la fertilidad, síntomas depresivos, resignación o falta de perspectiva de vida. Otras consiguieron ajustarse y reorientar sus vidas. Muchas se quejaron de la asistencia recibida, de la negligencia y o inexperiencia de los profesionales durante el evento. CONCLUSIÓN: Los

  2. Sjogren's Syndrome: Can It Cause Recurrent UTIs?

    Science.gov (United States)

    ... Sjogren's syndrome last year, I've had three urinary tract infections. Is there any evidence that Sjogren's syndrome causes ... cause symptoms that you might mistake for a urinary tract infection (UTI). Sjogren's syndrome is an autoimmune disorder in ...

  3. Movimiento danza terapia

    OpenAIRE

    Tau, Vilma

    2011-01-01

    Movimiento Danza Terapia es una disciplina en construcción que se alimenta permanentemente de los aportes de las nuevas psicologías, el arte y los avances en neurociencia. Nace entre las décadas de 1930 y 1940 en los Estados Unidos, donde Marian Chace comenzó a explorar el uso terapéutico de la danza mientras enseñaba danza moderna en su estudio.

  4. Infusão de insulina em terapia intensiva: ensaio controlado randomizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milena Penteado Ferraro Miranda

    2013-06-01

    Full Text Available Ensaio clínico controlado e aleatorizado que comparou o uso de protocolo de insulina intensivo e convencional na evolução clínica de pacientes em sepse grave e choque séptico, nas primeiras 72 h. Foi conduzido em um hospital universitário na cidade de São Paulo. Os pacientes (n=46 foram alocados em dois grupos: glicêmico intensivo (glicemia entre 80-110mg/dl e convencional (180-220mg/dl. Utilizaram-se testes t-Student e Qui-Quadrado na análise dos dados. Observou-se diferença estatisticamente significativa (p<0,001 na média glicêmica, mas não houve diferença para as variáveis pressão arterial média mínima (p=0,06 e máxima (p=0,11, creatinina sérica (p=0,33 e na mortalidade (p=0,11. Apesar de não haver diferença entre os grupos quanto à mortalidade, a instabilidade hemodinâmica no grupo convencional foi mais duradoura e somente nele ocorreram óbitos.

  5. Radiologic protection in intensive therapy units; Protecao radiologica em unidades de terapia intensiva

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Andrea, H.; Juliana, C.; Gerusa, R.; Laurete, M.B.; Suelen, S., E-mail: andrea.huhn@ifsc.edu.br, E-mail: juliana@ifsc.edu.br, E-mail: gerusa@ifsc.edu.br, E-mail: laurete@ifsc.edu.br, E-mail: suelen.saraiva@ifsc.edu.br [Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Florianopolis, SC (Brazil); Derech, Rodrigo D.A., E-mail: dagostiniderech@gmail.com [Policlinica Municipal Sul, Florianopolis, SC (Brazil)

    2013-11-01

    The discovery of X-ray was a great achievement for humanity, especially for the medical community. In Intensive Care Units (ICUs), the RX tests, performed with mobile devices, add immense value to the diagnosis of inpatients who do not have the option to carry them out of bed. Following the technology and its improvements, fatalities arose from misuse of ionizing radiation, which mostly gave up for lack of knowledge of the biological effects caused by them, which leads to fear among professionals and often prevents a quick job and effectively by professionals of radiological techniques. The research it is a systematic review of the literature and justified by the scarcity of materials that reflect on the radiological protection in ICUs. For this study we found the Virtual Health Library (VHL) and Pubmed were indexed terms radiological protection and intensive care units, the search in Portuguese and English terms were used radiological protection and intensive care unit. The study aims to inform professionals of ICUs on the main aspects that refer to X-rays in hospital beds, the standards of radiological protection and personal protective equipment, thus avoiding possible damage to the biological health of workers, addressing subjects in rules and laws about the X radiation, emphasizing the protection of professionals in intensive care. It is clear, finally, that little research is conducted in the context of radiological protection of workers ICU's and this is a place that receives daily RX equipment, deserving more attention to protect the worker. (author)

  6. CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: DESAFIOS E PERSPECTIVAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adenícia Custódia Silva e Souza

    2000-06-01

    Full Text Available Several studies point the hospital infections as he most frequent complications of the treatment in Intensive Care. Thus, in this study we sought to relate about factors that difficult infection control and to indicate aspects to be considered on attendance. Methodology: research accomplished in Intensive Care Unit of three hospitals. The data were obtained through questionaire and observation previously validated. Content analysis was accomplished. Results: The items related stand out to the attendance planning of the attendance, principles that govern the prevention and infection control, interaction between the team and challenges mentioned by nurses. Conclusion: Although the planning process, implementation and hospital infection evaluation are items very complex, given the multiplicity of intervening factors, nurses identified the principal aspects that should deserve attention. The hands washing continue being a challenge to be overcome.

  7. ANÁLISE DAS ANOTAÇÕES DO ENFERMEIRO EM UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARIA CRISTINA FERREIRA FONTES

    2006-01-01

    Full Text Available This is a retrospective study of the nurse’s notes taken when patients are admitted to the Intensive Therapy Unit of a teaching hospital in the state of Paraná. As secondary database, we used the files of patients hospitalized in the second semester of 2002. Among the 241 collected files, 187 (77.6% contained the printed version of the nurse’s notes. Most notes were identified by the nurse’s rubrics (50.3% or name (38.0%. From the qualitative analysis of the 187 nurse’s notes, we extracted 515 contents, recorded with objective writing (56.6%, readable and clear handwriting (56.6%, correct abbreviations (67.0%, free from errors (95.2% and shortenings (50.7%. Although most analyzed contents were classified as adequate, we observed flaws in some of the examined characteristics. Such features suggest the need for reflection and further investigation.

  8. Factores de riesgo asociados a osteopenia del prematuro en una terapia intensiva neonatal de referencia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MP Ríos-Moreno

    2016-03-01

    Full Text Available INTRODUCCIÓN: la enfermedad ósea metabólica del prematuro resulta de la desmineralización ósea. Existen factores que deben vigilarse con la finalidad de realizar diagnóstico y tratamiento temprano. OBJETIVO: determinar los factores de riesgo asociados a osteopenia en prematuros. MATERIALES Y MÉTODOS: estudio transversal comparativo de octubre del 2011 a octubre del 2013. Se incluyeron 120 prematuros 900 UI/L. Factores de riesgo determinados con razón de momios (OR. Estadística inferencial con c2 y t de Student. RESULTADOS: se diagnosticó enfermedad ósea metabólica en 58 prematuros (48%, peso 1067 ± 216 gramos, edad gestacional 28 ± 1.6 semanas, edad postnatal 41 ± 15.5 días. Género masculino 32 (55%. Factores de riesgo: peso < 1,000 gramos OR 4.64, (2.13-10.10, displasia broncopulmonar moderada o severa OR 3.13 (1.44-6.81, tres o más eventos de sepsis OR 3.43 (1.62 7.28, sedación prolongada OR 4.09 (1.06-15.73 y corticoide prolongado OR 9.54 (2.06-44.16.  CONCLUSIONES: nuestros resultados muestran que los factores de riesgo para enfermedad ósea metabólica del prematuro fueron peso al nacer menor de 1,000 gramos, displasia broncopulmonar moderada o severa, tres o más eventos de sepsis, sedación y corticoides durante tiempo prolongado.

  9. Factores de riesgo asociados a osteopenia del prematuro en una terapia intensiva neonatal de referencia

    OpenAIRE

    MP Ríos-Moreno; MP Salinas-López ,; NB Pérez-Ornelas ,; TL Barajas-Serrano; JC Barrera-de León

    2016-01-01

    INTRODUCCIÓN: la enfermedad ósea metabólica del prematuro resulta de la desmineralización ósea. Existen factores que deben vigilarse con la finalidad de realizar diagnóstico y tratamiento temprano. OBJETIVO: determinar los factores de riesgo asociados a osteopenia en prematuros. MATERIALES Y MÉTODOS: estudio transversal comparativo de octubre del 2011 a octubre del 2013. Se incluyeron 120 prematuros < 37 semanas gestacionales, ≤ 1,500 gramos al nacer y ≥ 21 días. Diagnóstico de la enf...

  10. ISO 9002 no centro de terapia intensiva pediátrico do Hospital Israelita Albert Einstein

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Pourrat Dal Gé Lacerda

    2000-06-01

    Full Text Available A implantação do programa de qualidade no CTI-P, do HIAE, iniciou em Jan/96, visando melhoria contínua da assistência à criança e família e o desenvolvimento profissional. Utilizamos como ferramenta a Norma ISO 9002/94, que necessitou ser interpretada para a realidade hospitalar. Definimos o cronograma de trabalho, a política de qualidade norteada pela missão da Instituição e consolidada na finalidade de trabalho do serviço. Atendendo aos vinte itens da Norma, procedemos a documentação, através da elaboração do Manual da Qualidade, da revisão e padronização de rotinas e procedimentos. A equipe multiprofissional foi sensibilizada e envolvida a participar de todo o processo de implantação e avaliação do programa de Qualidade. Em Mar/98, após auditoria pela British Standards Institution foi conferido ao CTI-P - HIAE certificado ISO 9002. Ressaltamos a importância do papel do enfermeiro como líder em todo este processo. Cabe à equipe o desafio permanente da manutenção do programa de qualidade.

  11. Terapia Génica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ignacio Zarante

    2001-08-01

    Full Text Available

    Definición
    La terapia génica es el proceso por el cual se inserta material genético en una célula, con el fin de hacer que ésta produzca una proteína normal. Las utilidades van desde curar enfermedades unigénicas hasta modificar el equilibrio del sistema inmune, permitiendo la modulación de la respuesta contra cualquier antígeno. En esencia es cambiar la secuencia del genotipo de un organismo para que tenga implicaciones fenotípicas.

    Historia
    Desde el descubrimiento de las enzimas de restricción en el año de 1970 por Arber y Hamilton se sentaron las bases para transferir genes entre diferentes células u organismos, inclusive pertenecientes a diferentes especies. En 1978 se realizó la primera hormona recombinante insertando el gen de la insulina en una bacteria E. coli. De allí en adelante se afianzaron los conocimientos necesarios para transferir genes a células humanas con el fin de alterar el fenotipo patológico y generar una nueva forma terapéutica. La primera transferencia se realizó en el año de 1989 en un paciente con una inmunodeficiencia. Aunque no se encontraron efectos clínicos se explicitó que tampoco había efectos deletéreos como muchos apocalípticamente habían pronosticado. En 1990 se trató con terapia génica un paciente que padecía de la deficiencia de la enzima adenosin-deaminasa presentando infecciones bacterianas a repetición.

    Aunque la mejoría fue temporal, con este ensayo se comprobó que la terapia génica tenía posibilidades terapéuticas reales....

  12. Reflexiones humanistas sobre conocimiento y servicios en terapia física, terapia ocupacional y terapia del lenguaje

    OpenAIRE

    Marie Luise H. de Alvarado; Clemencia Cuervo E.; Alicia Trujillo R.

    1986-01-01

    Este artículo constituyó la ponencia central del XX Aniversario de las Carreras de Terapia Física, Terapia Ocupacional y Terapia del Lenguaje en la Universidad Nacional de Colombia, celebrado en marzo de 1986. Tiene como propósito fomentar la reflexión sobre la relación entre las dimensiones disciplinar y de formación del profesional de servicios humanos en Terapia Física, Terapia Ocupacional y Terapia del Lenguaje, de acuerdo a una concepción humanista.

  13. Reflexiones humanistas sobre conocimiento y servicios en terapia física, terapia ocupacional y terapia del lenguaje

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marie Luise H. de Alvarado

    1986-07-01

    Full Text Available Este artículo constituyó la ponencia central del XX Aniversario de las Carreras de Terapia Física, Terapia Ocupacional y Terapia del Lenguaje en la Universidad Nacional de Colombia, celebrado en marzo de 1986. Tiene como propósito fomentar la reflexión sobre la relación entre las dimensiones disciplinar y de formación del profesional de servicios humanos en Terapia Física, Terapia Ocupacional y Terapia del Lenguaje, de acuerdo a una concepción humanista.

  14. Bladder Infection (Urinary Tract Infection - UTI) in Adults

    Science.gov (United States)

    ... The Urinary Tract & How It Works Bladder Infection (Urinary Tract Infection—UTI) in Adults View or Print All ... Bladder infections are the most common type of urinary tract infection (UTI), but any part of your urinary ...

  15. Análise de parâmetros funcionais relacionados aos fatores de risco ocupacionais da atividade de enfermeiros de UTI Análisis de parámetros funcionales relacionados a los factores de riesgos laborales de la actividad de enfermeros de UTI Analysis of functional parameters related to occupational risk factors of ICU nursing activity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Nery

    2013-03-01

    Full Text Available A avaliação de fatores como fadiga e aspectos funcionais pode identificar sobrecargas durante a atividade de enfermeiros. O objetivo foi avaliar a necessidade de descanso, prevalência de desconfortos musculoesqueléticos, capacidade de trabalho e esforço físico de enfermeiros de Unidade de Terapia Intensiva (UTI. Participaram 24 enfermeiros (idade 40±8 anos; 14 homens e 10 mulheres. Foram aplicados: questionário nórdico de sintomas, índice de capacidade para trabalho (ICT, escala de necessidade de descanso (ENEDE e escala de esforço percebido (Borg. Diferenças entre sexos foram verificadas pelo teste t de Student e na prevalência pelo teste exato de Fisher. Verificou-se prevalência de 75% nos últimos 12 meses, sendo 100% das mulheres e 42% dos homens (diferença significante; p=0,024. As mulheres classificaram o trabalho como mais intenso em comparação aos homens (pLa evaluación de factores como fatiga y aspectos funcionales pueden identificar sobrecargas durante la actividad de los enfermeros. El objetivo fue evaluar la necesidad de descanso, prevalencia de molestias musculoesqueléticas, capacidad de trabajo y esfuerzo físico de enfermeros de UTI. Participaron 24 enfermeros (edad 40±8 años; 14 hombres/10 mujeres. Fueron aplicados: cuestionario nórdico de síntomas, índice de capacidad para el trabajo (ICT, escala de necesidad de descanso (ENEDE y escala de esfuerzo percibido (Borg. Diferencias entre sexos fueron verificadas por el test t de Student y la prevalencia por el test exacto de Fisher. Se verificó la prevalencia del 75% en los últimos 12 meses, siendo el 100% de las mujeres y 42% de los hombres (diferencia significativa; p=0,024. Las mujeres clasificaron el trabajo como más intenso en comparación a los hombres (pEvaluating factors such as fatigue and functional aspects can identify overloads during nursing activities. The aim was to evaluate need for recovery, prevalence of musculoskeletal discomfort, working

  16. Therapeutic management of Urinary Tract Infections (UTI): A ...

    African Journals Online (AJOL)

    Urinary Tract Infection (UTI) is one of the most common diseases and a significant cause of morbidity in all age groups. There are large differences in the management of UTI with respect to definition, diagnosis and treatment. This retrospective study reviewed the diagnosis and drug treatment of UTI at the Teaching ...

  17. Urine trouble: should we think differently about UTI?

    Science.gov (United States)

    Price, Travis K; Hilt, Evann E; Dune, Tanaka J; Mueller, Elizabeth R; Wolfe, Alan J; Brubaker, Linda

    2018-02-01

    Urinary tract infection (UTI) is clinically important, given that it is one of the most common bacterial infections in adult women. However, the current understanding of UTI remains based on a now disproven concept that the urinary bladder is sterile. Thus, current standards for UTI diagnosis have significant limitations that may reduce the opportunity to improve patient care. Using data from our work and numerous other peer-reviewed studies, we identified four major limitations to the contemporary UTI description: the language of UTI, UTI diagnostic testing, the Escherichia coli-centric view of UTI, and the colony-forming units (CFU) threshold-based diagnosis. Contemporary methods and technology, combined with continued rigorous clinical research can be used to correct these limitations.

  18. Fisioterapia em pacientes críticos adultos: recomendações do Departamento de Fisioterapia da Associação de Medicina Intensiva Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Ériko Tenório de França

    2012-03-01

    Full Text Available A incidência de complicações decorrentes dos efeitos deletérios da imobilidade na unidade de terapia intensiva contribui para o declínio funcional, aumento dos custos assistenciais, redução da qualidade de vida e mortalidade pós-alta. A fisioterapia é uma ciência capaz de promover a recuperação e preservação da funcionalidade, podendo minimizar estas complicações. Para nortear as condutas fisioterapêuticas nas unidades de terapia intensiva, um grupo de especialistas reunidos pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB, desenvolveu recomendações mínimas aplicáveis à realidade brasileira. Prevenção e tratamento de atelectasias, condições respiratórias relacionadas à remoção de secreção e condições relacionadas a falta de condicionamento físico e declínio funcional foram as três áreas discutidas. Além destas recomendações específicas, outro aspecto importante foi a consideração de que a prescrição e execução de atividades, mobilizações e exercícios físicos são do domínio específico do fisioterapeuta e o seu diagnóstico deve preceder qualquer intervenção.

  19. intensiva cardiológica - reflexão para a prática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia de Fátima da Silva

    2005-01-01

    Full Text Available Una reflexión basada en los datos recolectados de una tesis de doctorado sobre el cuidado de enfermería en la terapia intensiva cardiológica. Se preguntó a las enfermeras y auxiliares de enfermería lo que es el cuidado y se observó a los cuidadores ejecutando el cuidar. Se constató que existen diferencias entre lo que se dice y lo que se hace en la práctica, es decir, entre la retórica y la realidad. Aunque, aseguren que el cuidado debe privilegiar procedimientos técnicos y actitudes humanísticas, la práctica muestra la importancia dada a la manipulación de los aparatos y a la atención de las necesidades biológicas. Se consideró para ello que la práctica que impone a los profesionales la ejecución de las actividades administrativo-gerenciales y las del dominio biológico no justifica estar atado a los aspectos técnicos del cuidado. El desafío presentado a los sujetos es de identificar el momento en que estar deben enfatizar las dimensiones objetivas o aquellas de la instancia existencial que expresan la diversidad de los sentimientos humanos en dicho contexto.

  20. Perfil de mulheres admitidas em uma UTI obstétrica por causas não obstétricas Profile of women admitted at an obstetric ICU due to non-obstetric causes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta de Andrade Lima Coêlho

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar pacientes admitidas durante o ciclo gravídico-puerperal por causas não obstétricas na unidade de terapia intensiva (UTI obstétrica de um Hospital Terciário no Nordeste do Brasil. MÉTODOS: Realizou-se um estudo descritivo, analisando as participantes de um estudo de coorte ambidirecional entre janeiro de 2005 e outubro de 2010. Foram incluídas 500 pacientes admitidas durante o ciclo gravídico-puerperal por causas não obstétricas em uma UTI Obstétrica no Nordeste do Brasil, excluindo-se os casos de doença trofoblástica gestacional (DTG, prenhez ectópica, óbito ou internamento na UTI com tempo inferior a 24 horas e falta de condições de assinar o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE. Foram analisadas as variáveis biológicas, sociodemográficas, obstétricas e clínicas. A análise estatística foi realizada no programa Epi-Info 3.5.3. RESULTADOS: Entre 5.078 internamentos obstétricos no setor, 500 pacientes (9,8% foram por causas não obstétricas. A média de idade foi 25,9 anos, houve predominância de mulheres pardas (68,9%, e o IMC médio foi de 27,5. Em 79,9% dos casos, as mulheres tinham companheiro, e escolaridade acima de oito anos de estudo foi constatada em 49,2%. Os principais diagnósticos clínicos observados no momento do internamento na UTI foram cardiopatia, trombose venosa profunda (TVP, infecção do trato urinário (ITU, asma, edema agudo de pulmão (EAP e pneumonia comunitária. Acesso central foi usado em 10,2% das pacientes, 11% foram submetidas à ventilação mecânica e 20,4%, à transfusão, tendo o óbito ocorrido em 4,0%. CONCLUSÃO: Mulheres admitidas na UTI obstétrica por causas não obstétricas representam parcela significativa das pacientes do setor. São mulheres jovens; e os principais diagnósticos de admissão foram doenças cardiovasculares, respiratórias e infecciosas, verificando-se uma letalidade de 4,0%.OBJECTIVE: To characterize patients admitted

  1. Terapia de linguagem na afasia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauro Spinelli

    1977-12-01

    Full Text Available A terapia da linguagem na afasia foi estudada em 15 pacientes, 8 do sexo masculino e 7 do sexo feminino; a idade variou de menos de 10 anos a mais de 50 anos; em 11 casos a afasia era sequela de acidente vascular cerebral e, em 4, de traumatismo crânio-encefálico. Quanto ao tipo de afasia, 5 pacientes apresentavam déficits predominantemente de expressão e 10 apresentavam déficits receptivos e expressivos em graus equiparáveis. Em 6 casos a terapia foi iniciada dentro dos 3 primeiros meses de instalação do quadro; nos restantes foi iniciada mais tardiamente. Dos 15 pacientes, 11 apresentaram evolução satisfatória, a qual não depndeu do grau de afasia, do tipo de afasia, da idade do paciente, do tipo de patologia e do intervalo entre a instalação do quadro afásico e o início da terapia. A terapia da linguagem no paciente afásico é efetiva, o prognóstico não pode ser feito a priori. Somente a evolução do caso com sua retestagem criteriosa poderá dar dados realmente úteis para se falar em evolução.

  2. Stenotrophomonas maltophilia: Complicating treatment of ESBL UTI.

    Science.gov (United States)

    Kumar, Simit; Bandyopadhyay, Maitreyi; Chatterjee, Mitali; Banerjee, Parthajit; Poddar, Sumon; Banerjee, Debarati

    2015-01-01

    Stenotrophomonas maltophilia (S. maltophilia) is a gram-negative bacillus emerging as an opportunistic, nosocomial pathogen associated with a high mortality rate. The organism has been shown to survive several biocides used in the hospital setting. Hospital water sources can serve as a reservoir for S. maltophilia. The transmission of S. maltophilia to susceptible individuals may occur through direct contact with the source or through the hands of health care personnel. S. maltophilia is usually resistant to third-generation cephalosporins, aminoglycosides and antipseudomonal penicillins. These microorganisms are intrinsically resistant to carbapenems, and exposure to these agents has been linked to selection of S. maltophilia. There have also been reports of the organism developing resistance to trimethoprim-sulfamethoxazole (TMP-SMX), which was initially considered as the drug of choice for S. maltophillia infections. We describe a case of nosocomial urinary tract infection (UTI) due to S. maltophilia in a diabetic patient, which the patient developed during treatment with meropenem for UTI due to Klebsiella pneumonia that was resistant to TMP-SMX.

  3. UTIs in small animal patients: part 1: etiology and pathogenesis.

    Science.gov (United States)

    Smee, Nicole; Loyd, Kimberly; Grauer, Greg

    2013-01-01

    Understanding how urinary tract infections (UTIs) can occur and how to classify them can help the practitioner to make a plan for treatment. This review summarizes the etiology, pathogenesis, and host defense mechanisms associated with bacterial UTIs in dogs and cats. UTIs in Small Animal Patients: Part 2: Diagnosis, Treatment, and Complications will appear in the March/April 2013 issue of the Journal of the American Animal Hospital Association.

  4. Uma "boa" morte em UTI pediátrica: é isso possível? A "good" death in a pediatric ICU: is it possible?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Garros

    2003-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: Dentro das modernas UTIPs (unidades de terapia intensiva pediátricas existe um número elevado de casos em que a restrição ou a remoção de medidas de suporte de vida (MSV é realizada com o objetivo de permitir a morte da criança, para a qual não há mais tratamento viável. Conseqüentemente, a medicina paliativa está tomando lugar de destaque dentro da UTIP. O objetivo desta revisão é oferecer ao intensivista maneiras de prover para seu paciente uma morte digna e mais humana, dentro deste contexto. FONTES DOS DADOS: Utilizando uma revisão sistemática no banco de dados Medline, com terminologia pertinente, uma seleção de artigos pertinentes são revisados, com ênfase no tema morte em UTIP. Conceitos de medicina paliativa aplicáveis neste ambiente são introduzidos. SÍNTESE DOS DADOS: A morte digna para uma criança em cuidado paliativo dentro da UTIP pode ser alcançada, se algumas medidas simples são observadas, tais como: oportunizar à família participação em todo o processo decisório num ambiente de abertura e honestidade mútua, abrir as portas da UTI para certos rituais que a família julgar importante, oferecer privacidade, controlar efetivamente a dor e sintomas de desconforto na hora da remoção ou restrição de MSV, e proceder com remoção de MSV na presença da família, se assim ela desejar. CONCLUSÃO: A morte de uma criança em UTIP, quando resulta de restrição ou remoção de suporte de vida, pode ser dignificada e humanizada, se princípios básicos de medicina paliativa e cuidados centrados na família são trazidos para dentro deste ambiente, notadamente caracterizado como de alta tecnologia e visto pelo público como desumano.OBJECTIVES: In the modern pediatric intensive care unit (PICU physicians are often faced with the need to interrupt life-sustaining treatment (LST and to allow children to die when no further treatment options are available. Consequently, the importance of palliative

  5. Incidence of urinary tract infection (UTI) among pregnant women in ...

    African Journals Online (AJOL)

    PRECIOUS

    2009-12-01

    Dec 1, 2009 ... 3Department of Medical Microbiology and Parasitology, University College Hospital (UCH), Ibadan, Nigeria. 4Department of Clinical .... teaching hospitals in Africa. However, the city is characterized by low level of environmental .... Table 4 shows the incidence of UTIs by occupational group. UTIs appear to ...

  6. Terapia ocupacional en medicina paliativa

    OpenAIRE

    Nicora, Yamila

    2009-01-01

    Terapia ocupacional interviene en el tratamiento de pacientes desde muy temprana edad (recién nacidos) hasta ancianos con déficit en el desempeño de alguna o todas las áreas ocupacionales: - Actividades de la vida diaria (AVD) básicas y personales - AVDI (instrumentales) - Educación - Trabajo - Juego - Ocio - Participación Social Se tienen en cuenta las habilidades de desempeño (motoras, de procesamiento...

  7. Elevated CXC chemokines in urine noninvasively discriminate OAB from UTI.

    Science.gov (United States)

    Tyagi, Pradeep; Tyagi, Vikas; Qu, Xianggui; Chuang, Yao Chi; Kuo, Hann-Chorng; Chancellor, Michael

    2016-09-01

    Overlapping symptoms of overactive bladder (OAB) and urinary tract infection (UTI) often complicate the diagnosis and contribute to overprescription of antibiotics. Inflammatory response is a shared characteristic of both UTI and OAB and here we hypothesized that molecular differences in inflammatory response seen in urine can help discriminate OAB from UTI. Subjects in the age range of (20-88 yr) of either sex were recruited for this urine analysis study. Urine specimens were available from 62 UTI patients with positive dipstick test before antibiotic treatment. Six of these patients also provided urine after completion of antibiotic treatment. Subjects in cohorts of OAB (n = 59) and asymptomatic controls (n = 26) were negative for dipstick test. Urinary chemokines were measured by MILLIPLEX MAP Human Cytokine/Chemokine Immunoassay and their association with UTI and OAB was determined by univariate and multivariate statistics. Significant elevation of CXCL-1, CXCL-8 (IL-8), and CXCL-10 together with reduced levels for a receptor antagonist of IL-1A (sIL-1RA) were seen in UTI relative to OAB and asymptomatic controls. Elevated CXCL-1 urine levels predicted UTI with odds ratio of 1.018 and showed a specificity of 80.77% and sensitivity of 59.68%. Postantibiotic treatment, reduction was seen in all CXC chemokines with a significant reduction for CXCL-10. Strong association of CXCL-1 and CXCL-10 for UTI over OAB indicates mechanistic differences in signaling pathways driving inflammation secondary of infection in UTI compared with a lack of infection in OAB. Urinary chemokines highlight molecular differences in the paracrine signaling driving the overlapping symptoms of UTI and OAB. Copyright © 2016 the American Physiological Society.

  8. Clinical factors associated with shock in bacteremic UTI.

    Science.gov (United States)

    Shigemura, Katsumi; Tanaka, Kazushi; Osawa, Kayo; Arakawa, Sochi; Miyake, Hideaki; Fujisawa, Masato

    2013-06-01

    Urinary tract infection (UTI) often causes bacteremia, resulting in shock. The purpose of this study is to investigate urological bacteremia and bacteremia shock cases and seek for the clinical factors associated with urological bacteremic shock. Seventy consecutive cases with bacteremia caused by UTI from the Department of Urology, Kobe University Hospital were studied. These cases were diagnosed from 2000 to 2010 and had full data available for analysis. We investigated the potential clinical factors associated with bacteremic shock (systolic blood pressure ≤ 90 mmHg with UTI), including: (1) the number of basal general diseases (such as diabetes, malignancy, immune diseases, heart diseases, liver diseases, and kidney diseases), (2) causative bacteria, (3) antibiotics and therapeutic intervention, (4) gram-negative bacteria, (5) resistance to imipenem (which is often used in this infection), and (6) serum white blood cell counts and C-reactive protein (CRP) at the time of diagnosis of bacteremic UTI. A total of 81 causative bacteria were isolated: 42 cases were gram-negative and 39 were gram-positive bacteria. In detail, Escherichia coli was the most common, followed by Methicillin-resistant Staphylococcus aureus. The comparison data revealed that urological bacteremic shock cases had significantly increased CRP (p UTI was a significant clinical factor associated with urological bacteremic shock (p = 0.04). Indwelling urinary catheters before UTI and high CRP were clinical factors associated with urological bacteremic shock. This result should be considered during decision-making for UTI treatments in high risk cases or urological bacteremia cases.

  9. PALLIATIVE CARE IN THE UTI: NURSES' UNDERSTANDING

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nara Calazans Balbino Barros

    2013-01-01

    Full Text Available Objetivo: investigar a compreensão dos enfermeiros sobre cuidados paliativos. Método: estudo qualitativo realizado em abril e maio de 2011 com seis enfermeiras da UTI de um hospital público de João Pessoa/PB. Utilizou-se um questionário contendo dados de caracterização da amostra e três questões norteadoras. As informações foram analisadas conforme a técnica Discurso do Sujeito Coletivo. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade Santa Emília de Rodat, n° 014/2011. Resultados: ideias centrais identificadas: 1 ações multiprofissionais que visam promover bem estar aos pacientes e seus familiares através do alívio da dor e de problemas físicos, psicossociais e espirituais. 2 ações que proporcionam conforto e alívio da dor. 3 cuidados importantes e necessários ao paciente e família, realizado por profissionais de saúde, visando uma morte sem dor e sofrimento. Conclusão: parte dos enfermeiros apresentam respostas que fogem à essência do cuidado paliativo.

  10. Urinary symptoms in adolescent females: STI or UTI?

    Science.gov (United States)

    Huppert, Jill S; Biro, Frank; Lan, Dongmei; Mortensen, Joel E; Reed, Jennifer; Slap, Gail B

    2007-05-01

    To determine if urinary symptoms or urinary tract infections (UTI) were associated with sexually transmitted infections (STI) and which history, clinical, and laboratory findings could distinguish these infections in symptomatic women. A cross-sectional sample of 296 sexually active females aged 14-22 years attending a hospital-based teen health center or emergency department were recruited. Genitourinary symptoms, medical and sexual history, and urinalysis results were recorded. STI was defined as a vaginal swab positive for Trichomonas vaginalis or urine nucleic acid amplification test positive for Neisseria gonorrheae or Chlamydia trachomatis. A urine culture with >10,000 colonies of a single pathogen was considered a positive UTI. In the full sample, prevalence of UTI and STI were 17% and 33%, respectively. Neither urinary symptoms nor UTI was significantly associated with STI. Further analyses are reported for the 154 (51%) with urinary symptoms: Positive urine leukocytes, more than one partner in the last three months and history of STI predicted STI. Urinalysis results identified four groups: (1) Normal urinalysis-67% had no infection; (2) Positive nitrites or protein-55% had UTI; (3) Positive leukocytes or blood-62% had STI; and (4) Both nitrites/protein and leukocytes/blood positive-28% had STI and 65% had UTI. Those without a documented UTI were more likely to have trichomoniasis than those with a UTI, and 65% of those with sterile pyuria had STI, mainly trichomoniasis or gonorrhea. Adolescent females with urinary symptoms should be tested for both UTI and STIs. Urinalysis results may be helpful to direct initial therapy.

  11. Câmbio na assistência perinatal como determinante de consumo e diversidade de antiinfecciosos? Estudo em UTI neonatal no Rio de Janeiro Changes in perinatal care as a determinant of the level and diversity of antiinfectives use in a neonatal intensive care unit in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Garcia Serpa Osorio-de-Castro

    2002-02-01

    Full Text Available O perfil de utilização de antiinfecciosos, constando de consumo e diversidade dos fármacos empregados, bem como seus determinantes, foram estudados em um período de cinco anos, de janeiro de 1990 a dezembro de 1994, em duas enfermarias de uma unidade de terapia intensiva (UTI neonatal do Rio de Janeiro. Para tanto, cumpriu-se estudo de utilização de medicamentos com desenho descritivo, longitudinal e retrospectivo. Como sistemática foram empregadas a classificação Anatomical Therapeutic Chemical (ATC e a unidade de medida dose diária definida para lactentes (DDDi. Foram coletados dados de serviço, através de pesquisa documental, observações e entrevistas semi-estruturadas, e dados numéricos, através de consulta aos registros de fornecimento do Serviço de Farmácia e registros do censo hospitalar diário. Os resultados numéricos sugerem um incremento real do consumo total e a diminuição da diversidade no uso de antiinfecciosos no período. Analisados à luz da realidade institucional e do uso racional de medicamentos, indicam que mudanças na assistência perinatal ao longo do período foram determinantes para o perfil de utilização revelado.This study focuses on a five-year profile (1990-1994 in the utilization of antiinfectives in a neonatal intensive care unit (NICU in Rio de Janeiro, Brazil. Total antiinfectives consumption, diversity, and possible determinants were analyzed. A descriptive, longitudinal, and retrospective drug utilization study design was adopted. Document research, observation, and semi-structured interviews provided information on the neonatal intensive care provided, and drug supply and daily hospital records provided data on antiinfectives use, based on the Anatomical Therapeutic Chemical (ATC classification and the infant defined daily dose (DDDi as units of measurement. The numerical results suggest an increase in total consumption of antiinfectives and a decrease in their diversity. Analyzed in

  12. Terapia nutricional no diabetes gestacional

    OpenAIRE

    Padilha,Patricia de Carvalho; Sena,Ana Beatriz; Nogueira,Jamile Lima; Araújo,Roberta Pimenta da Silva; Alves,Priscila Dutra; Accioly,Elizabeth; Saunders,Cláudia

    2010-01-01

    Trata-se de uma revisão da literatura científica sobre a terapia nutricional no Diabetes Mellitus Gestacional, sem restrição de data e com fontes primárias indexadas nas bases de dados SciELO, PubMed, Medline. Os resultados desta revisão apontam a intervenção nutricional como uma importante aliada no controle do Diabetes Mellitus Gestacional, trazendo potenciais benefícios à saúde materno-fetal. Na avaliação do estado nutricional materno devem ser empregados os indicadores antropométricos, di...

  13. La eficacia de la terapia asistida con animales en personas con discapacidad. Analisis de los flujos comunicativos entre la persona con trastorno del espectro del autismo y el perro de terapia

    OpenAIRE

    Barbado Sánchez, Alejandra

    2016-01-01

    [ES] A lo largo de la historia, los animales siempre han tenido un papel muy importante en la vida de las personas, tanto a la hora de proporcionar alimentos como para el transporte. También se tenía la idea de que los animales tenían poderes curativos (animismo). Hay evidencias de que ya en la antigua Grecia se daban paseos a caballo a personas que padecían enfermedades incurables como parte de la terapia para aumentar su autoestima. Así pues, desde tiempos remotos los animales han sido uti...

  14. UTI pediátrica: o significado do cuidar na perspectiva da mãe Pediatric ICU: the meaning of taking care in the mother’s perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Gramazio Soares

    2016-10-01

    Full Text Available Objetivo: Compreender o significado da participação materna no cuidado ao filho internado em Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP. Método: Estudo descritivo, com abordagem qualitativa. Os dados foram coletados no mês de outubro de 2013, por meio de entrevista semi-estruturada, junto a oito mães. Os relatos foram submetidos à Análise de conteúdo modalidade temática. Resultados: Apresentados em quatro categorias: “Reconhecimento da função materna”; “Cuidado como recurso de enfrentamento”; “O aprender a cuidar se dá observando e cuidando” e “Papel da equipe de enfermagem”. Conclusão: Torna-se imprescindível que os profissionais se sensibilizem ante as necessidades das mães, decorrentes do processo de hospitalização dos filhos,  reforcem os aspectos positivos de sua permanência no contexto assistencial, e ao mesmo tempo, intervenham nos aspectos negativos, proporcionando assim, um cuidado integral, humanizado e qualificado ao binômio no ambiente hospitalar. Descritores: Enfermagem familiar, Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica, Relação mãe-filho.

  15. Does UTI cause prolonged jaundice in otherwise well infants?

    Science.gov (United States)

    Chowdhury, Tanzila; Kisat, Hamudi; Tullus, Kjell

    2015-07-01

    The symptoms of urinary tract infections in infants are very non-specific and have historically included prolonged hyperbilirubinaemia. We studied the results of routine urine samples in 319 infants with prolonged jaundice. Convincing findings of UTI was not found in any of these children even if one of them was treated with antibiotics after four consecutive urine cultures with different bacteria. A urine culture might thus not be an appropriate investigation in a child with prolonged jaundice without any other symptoms of UTI. • The symptoms of UTI in infancy are very non-specific. • Old studies suggest that prolonged hyperbilirubinaemia is one such symptom; more modern studies give more conflicting results. What is New: • Our study could not confirm that children with prolonged jaundice have an increased risk of UTI. • Routine urine testing is thus not needed in otherwise healthy infants with prolonged jaundice.

  16. Urine Culture in Uncomplicated UTI: Interpretation and Significance.

    Science.gov (United States)

    Stapleton, Ann E

    2016-05-01

    Acute uncomplicated urinary tract infection (UTI) is a common clinical problem, accounting for millions of outpatient visits in the USA annually. Although routinely obtaining urine cultures in UTI is not recommended, there are circumstances in which obtaining a pre-therapy culture may be warranted or chosen by clinicians, such as when indicated by the need for careful antimicrobial stewardship. This review focuses on understanding reasons for obtaining a pre-therapy culture, methods of collection, and appropriately interpreting urine culture data.

  17. Menopausia y terapia hormonal de reemplazo

    OpenAIRE

    Cobo, Edgard; Fundación Valle de Lili

    1996-01-01

    La terapia hormonal en la menopausia/ menopausia y terapia hormonal de reemplazo (THR)/¿Qué es la menopausia?/ ¿Porqué hay tanto “ruido” acerca de la menopausia, si es un evento natural en la vida de toda mujer?/ ¿Qué significa terapia hormonal de reemplazo?(THR)/ ¿Cuáles son las ventajas de recibir la THR?/ Mejoraría en la calidad de vida/ Prevención de enfermedad/ ¿Quiere esto decir que absolutamente todas las mujeres deber recibir una THR?/ ¿Cuáles son las molestias más frecuentes a las qu...

  18. Feminismo e terapia: a terapia feminista da família - por uma psicologia comprometida

    OpenAIRE

    Narvaz,Martha Giudice; Koller,Sílvia Helena

    2007-01-01

    O objetivo deste trabalho é destacar a terapia feminista da família enquanto abordagem crítica no campo das psicoterapias e das terapias familiares. Inicialmente, descrevemos o feminismo enquanto campo político, teórico e epistemológico, bem como a incorporação do paradigma feminista ao campo das psicoterapias. Descrevemos também o surgimento da vertente feminista da terapia familiar e as principais críticas feministas às terapias familiares sistêmicas tradicionais. Ao final, destacamos a ter...

  19. Urine Concentration and Pyuria for Identifying UTI in Infants.

    Science.gov (United States)

    Chaudhari, Pradip P; Monuteaux, Michael C; Bachur, Richard G

    2016-11-01

    Varying urine white blood cell (WBC) thresholds have been recommended for the presumptive diagnosis of urinary tract infection (UTI) among young infants. These thresholds have not been studied with newer automated urinalysis systems that analyze uncentrifuged urine that might be influenced by urine concentration. Our objective was to determine the optimal urine WBC threshold for UTI in young infants by using an automated urinalysis system, stratified by urine concentration. Retrospective cross-sectional study of infants aged UTI in the emergency department with paired urinalysis and urine culture. UTI was defined as ≥50 000 colony-forming units/mL from catheterized specimens. Test characteristics were calculated across a range of WBC and leukocyte esterase (LE) cut-points, dichotomized into specific gravity groups (dilute UTI prevalence was 7.8%. Optimal WBC cut-points were 3 WBC/high-power field (HPF) in dilute urine (likelihood ratio positive [LR+] 9.9, likelihood ratio negative [LR‒] 0.15) and 6 WBC/HPF (LR+ 10.1, LR‒ 0.17) in concentrated urine. For dipstick analysis, positive LE has excellent test characteristics regardless of urine concentration (LR+ 22.1, LR‒ 0.12 in dilute urine; LR+ 31.6, LR‒ 0.22 in concentrated urine). Urine concentration should be incorporated into the interpretation of automated microscopic urinalysis in young infants. Pyuria thresholds of 3 WBC/HPF in dilute urine and 6 WBC/HPF in concentrated urine are recommended for the presumptive diagnosis of UTI. Without correction of specific gravity, positive LE by automated dipstick is a reliably strong indicator of UTI. Copyright © 2016 by the American Academy of Pediatrics.

  20. Does perception of catheterization limit its use in pediatric UTI?

    Science.gov (United States)

    Selekman, Rachel E; Sanford, Melissa T; Ko, Lauren N; Allen, I Elaine; Copp, Hillary L

    2017-02-01

    Urinary tract infections (UTIs) affect 3-8% of febrile children annually, but correctly diagnosing UTI in young children can present a challenge. Diagnosis requires a non-contaminated urine sample, which requires catheterization or suprapubic aspiration in infants and young children that have not completed toilet training. To improve adherence to these guidelines, it is critical to understand the barriers to urine testing and catheterization. The purpose of this study was to investigate parental perception of pediatric UTI evaluation to better understand factors that impede urine testing prior to treatment of suspected UTI. We conducted an electronic, cross-sectional survey via social media targeting parents of children with a history of UTI. Participants were queried regarding demographics, urine specimen collection method, factors influencing urine collection method, and perception of the experience. Multivariable logistic regression was used to assess factors associated with catheterization distress and urine testing. Of 2726 survey respondents, > 80% were female and White; 74% of the children with a history of UTI were female. Fifty-six percent of parents perceived extreme distress with catheterization. Among parents whose child was catheterized, extreme distress was less likely perceived if the parent was White (OR 0.6, 95% CI 0.4-0.9) or if the child was circumcised (OR 0.7, 95% CI 0.4-0.98). Among those whose child was not catheterized, extreme distress was more likely if parents had a college education (OR 3.2, 95% CI 2.2-4.5) and the child was more than 1 year old (OR 1.7, 95% CI 1.2-2.5). Catheterization was less likely to be withheld if parents had a college education (OR 0.1, 95% CI 0.1-0.2), and if the child was circumcised (OR 0.5, 95% CI 0.3-0.8) or had only one UTI (OR 0.6, 95% CI 0.4-0.8) (Table). Parental education level, child age, and circumcision status play an important role in the subjective distress associated with catheterization. This

  1. Asymptomatic bacteriuria Escherichia coli are live biotherapeutics for UTI.

    Science.gov (United States)

    Rudick, Charles N; Taylor, Aisha K; Yaggie, Ryan E; Schaeffer, Anthony J; Klumpp, David J

    2014-01-01

    Urinary tract infections (UTI) account for approximately 8 million clinic visits annually with symptoms that include acute pelvic pain, dysuria, and irritative voiding. Empiric UTI management with antimicrobials is complicated by increasing antimicrobial resistance among uropathogens, but live biotherapeutics products (LBPs), such as asymptomatic bacteriuria (ASB) strains of E. coli, offer the potential to circumvent antimicrobial resistance. Here we evaluated ASB E. coli as LBPs, relative to ciprofloxacin, for efficacy against infection and visceral pain in a murine UTI model. Visceral pain was quantified as tactile allodynia of the pelvic region in response to mechanical stimulation with von Frey filaments. Whereas ciprofloxacin promoted clearance of uropathogenic E. coli (UPEC), it did not reduce pelvic tactile allodynia, a measure of visceral pain. In contrast, ASB E. coli administered intravesically or intravaginally provided comparable reduction of allodynia similar to intravesical lidocaine. Moreover, ASB E. coli were similarly effective against UTI allodynia induced by Proteus mirabilis, Enterococccus faecalis and Klebsiella pneumoniae. Therefore, ASB E. coli have anti-infective activity comparable to the current standard of care yet also provide superior analgesia. These studies suggest that ASB E. coli represent novel LBPs for UTI symptoms.

  2. Fatores preditores para a admissão do recém-nascido na unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Danielle Ribeiro Lages

    2014-01-01

    Full Text Available Estudio analítico, documental y retrospectivo con objetivo de determinar asociación entre factores predictivos para admisión de recién nacidos en Unidad de Cuidados Intensivosy características maternas. Muestra de 376 recién nacidos ingresados en 2009. Resultados señalaron: madres entre 19-25 años (43,4%, nivel primario de escolaridad (52,4%, viviendo en pareja (66,2%. La atención prenatal fue realizada por 84,8%, y 62% presentaron patologías gestacionales. De los recién nacidos, 55,1% eran del sexo masculino, 85,4% pretérmino, 83% de bajo peso, 57,2% con problemas respiratorios. En el análisis bivariado,hubo asociación significativa entre peso al nacer y crecimiento (p = 0,04; entre edad materna y Apgar 1 ° minuto (p = 0,04; y edad materna y Apgaren el 5 ° minuto (p = 0,01. La edad materna y el número de consultas prenatales influencian en la admisión de neonatos en Unidad de Cuidados Intensivos, pues están relacionados con peso al nacer y puntuaciones de Apgar.

  3. Protótipo de um software para registro de enfermagem em unidade de terapia intensiva neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana de Medeiros Lima

    2015-01-01

    Full Text Available Introducción: el creciente volumen de informaciones originadas de los registros de enfermería exige estrategias de tratamiento del conocimiento producido, de forma que se eviten las desventajas del histórico de papel. Objetivo: se plantea en este estudio desarro - llar un software aplicado a la sistematización de la asistencia de enfermería que les brinde a los enfermeros el registro informatizado, eficiente y rápido. Metodología: se trata de un estudio metodológico con producción tecnológica, dividido en tres fases: construcción de las afirmativas de diagnósticos e intervenciones de enfermería, validación de las afirmativas y desarrollo del software. El sistema se desarrolló sobre la plataforma Java, con utilización de framework JSF, incorporado a la especificación J2EE, para desarrollar aplicaciones web de forma ágil. Resultados: el banco de datos se compone de 143 afirmativas de diagnósticos de enfermería y 130 referentes a las intervenciones de enfermería. El software desarrollado presenta 17 pantallas que incluyen datos de identificación, examen físico completo del recién nacido, organizado de acuerdo con las necesidades humanas básicas, listado de diagnósticos e intervenciones de enfermería sugeridas por el programa y hoja final para impresión. Consideraciones finales: el software proporciona la ejecución del proceso de enfermería con un registro completo, uniforme y rápido, y se constituye una importante fuente de datos para investigación.

  4. Acogida de la familia del paciente críticamente enfermo hospitalizado en la Unidad de Terapia Intensiva

    OpenAIRE

    María Teresa Uribe-Escalante

    2004-01-01

    Los Familiares generan valores y estilos de vida, son los más próximos al enfermo por compartir su intimidad. A la Familia hay que cuidarla para evitar su desintegración, indiferencia y crisis. Su abordaje requiere conocimiento de su estructura familiar. El alfabetismo emocional incluye el aprendizaje del control de las emociones y el reconocimiento de los sentimientos en situaciones de crisis

  5. Acogida de la familia del paciente críticamente enfermo hospitalizado en la Unidad de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Teresa Uribe-Escalante

    2004-12-01

    Full Text Available Los Familiares generan valores y estilos de vida, son los más próximos al enfermo por compartir su intimidad. A la Familia hay que cuidarla para evitar su desintegración, indiferencia y crisis. Su abordaje requiere conocimiento de su estructura familiar. El alfabetismo emocional incluye el aprendizaje del control de las emociones y el reconocimiento de los sentimientos en situaciones de crisis

  6. UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL: RISCOS FÍSICOS COMO FATORES POTENCIAIS DE AGRAVOS À SAÚDE DO TRABALHADOR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Livia Maria Nunes de Almeida

    2014-08-01

    Full Text Available As UTIN constituem-se em setores onde são internados recém-nascidos em estado grave, em situações de risco, que necessitam de recursos técnicos e humanos especializados para sua recuperação, exigindo uma abordagem integral da saúde por uma equipe multidisciplinar, cujos membros estão expostos a riscos ambientais e ocupacionais diariamente. No Brasil, há inúmeros convênios e recomendações da Organização Internacional do Trabalho (OIT, aprovados pelas Normas Regulamentadoras (NR32, por intermédio do Ministério do Trabalho que têm como objetivo eliminar ou controlar os riscos ocupacionais. Este artigo teve por objetivo geral identificar as fontes potenciais dos riscos físicos presentes em uma UTIN localizada no interior do estado do Maranhão, capazes de gerar acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. O método utilizado foi descritivo e exploratório, de campo, transversal com abordagem quantitativa. Os resultados apontaram como principais agravantes para os riscos a acidentes de trabalho: o teto com rachaduras, pisos de cor escura e sem proteção antiderrapante, armários e outros mobiliários em má conservação e instalações elétricas inadequadas. Quanto aos riscos físicos foram identificados o excesso de ruídos, o calor e a radiação. Concluiu-se ser necessário o desenvolvimento de estudos que discutam os riscos a que os profissionais da saúde da UTIN estão expostos e suas implicações, de modo a oferecer segurança a esses profissionais durante suas atividades laborais, possibilitando, consequentemente, a prestação de uma assistência de qualidade.

  7. APLICATIVO INFORMATIZADO COM O NURSING ACTIVITIES SCORE: INSTRUMENTO PARA GERENCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Meire Cristina Novelli e Castro

    2009-01-01

    Full Text Available La gravedad de la enfermedad del paciente o el número de intervenciones no son siempre proporcionales a la carga de trabajo de la enfermería. Este estudio descriptivo tuvo como objetivo demostrar la trayectoria de la construcción de un aplicativo (software con el contenido del Nursing Activities Score y sus características operacionales. Se realizó un test piloto con 12 pacientes y se recolectaron los datos por 90 días consecutivos en 123 pacientes. Hubo compatibilidad en la transmisión de datos del Personal Digital Assistent para la computadora de mesa inalámbrica. La construcción del aplicativo resultó en un sistema con recolección y administración de datos y permitió realizar la interfaz gráfica. La utilización del aplicativo posibilita el uso de un sistema tecnológico para aplicación diaria, con alimentación de un banco de datos sobre las características de los cuidados requeridos. Conociendo la evolución de estas variables durante la hospitalización, el enfermero podrá planificar, intervenir y evaluar la calidad del cuidado.

  8. Fatores associados à lesão renal aguda em pacientes cirúrgicos na unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cariston Rodrigo Benichel

    2018-01-01

    hypovolemia, arrhythmia, furosemide, vasopressors, simultaneous antibiotics and concomitant occurrence of more than three factors. Conclusion: acute kidney injury represented a systemic event, affected patients of advanced age who were hospitalized longer and predisposed to death. It was associated with gastrointestinal etiologies, problems, nephrotoxic drugs and concomitant factors that contribute to increase the risk of its development.

  9. Adhesion of electrodeposited coatings on U--Ti and Mulberry

    International Nuclear Information System (INIS)

    Johnson, H.R.; Dini, J.W.

    1976-05-01

    Quantitative test data are presented for two etched and plated uranium alloys, U-0.75 Ti and mulberry (U-7.5 Nb, 2.5 Zr). Conical head tensile tests showed that the bond between nickel plating and U--Ti was stronger than that between nickel plating and mulberry. Ring shear tests showed that electroplated nickel coatings are more adherent than other coatings applied to U--Ti. Utilizing a newly developed etchant for mulberry, large cylinders of this material were joined to aluminum and then tensile tested. Results showed that the strength of the joint was directly influenced by the taper angle on the mulberry

  10. Adhesive Pili in UTI Pathogenesis and Drug Development.

    Science.gov (United States)

    Spaulding, Caitlin N; Hultgren, Scott J

    2016-03-15

    Urinary tract infections (UTIs) are one of the most common bacterial infections, affecting 150 million people each year worldwide. High recurrence rates and increasing antimicrobial resistance among uropathogens are making it imperative to develop alternative strategies for the treatment and prevention of this common infection. In this Review, we discuss how understanding the: (i) molecular and biophysical basis of host-pathogen interactions; (ii) consequences of the molecular cross-talk at the host pathogen interface in terms of disease progression; and (iii) pathophysiology of UTIs is leading to efforts to translate this knowledge into novel therapeutics to treat and prevent these infections.

  11. Incidence of urinary tract infection (UTI) among pregnant women in ...

    African Journals Online (AJOL)

    This study reports the incidence of urinary tract infections (UTIs) among 80 pregnant women attending antenatal clinics at Oluyoro Catholic Hospital (OCH), Ibadan, Nigeria, as well as the isolation and identification of the pathogens responsible for the infection. A total of 80 clean voided mid-stream urine samples were ...

  12. Investigating febrile UTI in infants: is a cystogram necessary?

    Science.gov (United States)

    Soccorso, G; Wagstaff, J; Blakey, K; Moss, G D; Broadley, P; Roberts, J P; Godbole, P

    2010-04-01

    Current imaging recommendations for investigating any infantile febrile urinary tract infection (UTI) are ultrasound scan (US), micturating cystourethrogram (MCUG) and dimercaptosuccinic acid (DMSA) scan. The aim of this retrospective cohort study was to determine the need and indications for MCUG in the investigation of a first febrile infantile UTI, as doubts have been raised over its benefit. Information on 427 infants who had undergone US, MCUG and DMSA following a first febrile UTI was prospectively recorded. The infants were divided into two groups: A (354) with normal renal US and B (73) with abnormal US. DMSA findings were correlated with findings on MCUG. Main outcome measures were incidence of recurrent UTIs, change in management or intervention as a result of MCUG, and outcome at discharge. Only 21/354 (6%) infants in Group A had both scarring on DMSA and vesicoureteric reflux (VUR), predominantly low-grade on MCUG. In Group B (abnormal US), 23/73 (32%) had scarring on DMSA and vesicoureteric reflux, predominantly high grade on MCUG. Of the infants with non-scarred kidneys, 73% had dilating reflux. Successful conservative treatment was performed in 423 infants, and 4 infants in Group B required surgery. We recommend US and DMSA in all infantile febrile UTI cases. Where US is normal, MCUG should be reserved for those cases with abnormal DMSA. Where US is abnormal, MCUG should be performed irrespective of findings on DMSA scan. A randomized prospective study is necessary to evaluate this further. Copyright © 2009 Journal of Pediatric Urology Company. Published by Elsevier Ltd. All rights reserved.

  13. Treatment strategy for a multidrug-resistant Klebsiella UTI.

    Science.gov (United States)

    Fleming, Erin; Heil, Emily L; Hynicka, Lauren M

    2014-01-01

    To describe the management strategy for a multidrug-resistant (MDR) Klebsiella urinary tract infection (UTI). A 69-year-old Caucasian woman with a past medical history of recurrent UTIs and a right-lung transplant presented with fever to 101.4°F, chills, malaise, and cloudy, foul-smelling urine for approximately 1 week. She was found to have a MDR Klebsiella UTI that was sensitive to tigecycline and cefepime. To further evaluate the degree of resistance Etest minimum inhibitory concentrations were requested for cefepime, amikacin, meropenem, and ertapenem. The patient received a 14-day course of amikacin, which resulted in resolution of her symptoms. One month later, the patient's UTI symptoms returned. The urine culture again grew MDR Klebsiella, sensitive only to tigecycline. Fosfomycin was initiated and resulted in limited resolution of her symptoms. Colistin was started, however, therapy was discontinued on day 5 secondary to the development of acute kidney injury. Despite the short course of therapy, the patient's symptoms resolved. The case presented lends itself well to numerous discussion items that are important to consider when determining optimal treatment for MDR Gram-negative bacilli (GNBs). Susceptibility testing is an important tool for optimizing antibiotic therapy, however, automated systems may overestimate the susceptibility profile for a MDR GNB. Treatment strategies evaluated to treat MDR GNB, include combination therapy with a carbepenem and synergy using polymyxin. We have described the management strategy for a MDR Klebsiella UTI, the consequences of the initial management strategy, and potential strategies to manage these types of infections in future patients.

  14. Terapia nutricional e sepse neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brunnella Alcantara Chagas de Freitas

    2011-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente artigo é revisar a literatura acerca dos conhecimentos atuais relativos à terapia nutricional - enteral e parenteral - para os recém-nascidos pré-termo, principalmente os de muito baixo peso, destacando seu efeito protetor na sepse neonatal e na enterocolite necrosante. As diferentes modalidades de alimentação do recém-nascido prematuro - especialmente para aqueles de muito baixo peso - e seu efeito protetor na diminuição de complicações (mormente as infecciosas foram analisadas. A utilização preferencial do leite materno na nutrição enteral, o controle das ofertas energético-protéicas, o início precoce da nutrição enteral mínima, a introdução precoce da alimentação parenteral - nas primeiras 24 horas - e a utilização dos imunonutrientes que tenham estudos suficientes para fundamentar sua indicação podem se constituir em boas diretrizes adjuvantes na prevenção da sepse neonatal e da enterocolite necrosante. Sem embargo, percebe-se a necessidade de mais estudos - preferencialmente multicêntricos, controlados e randomizados - para esclarecer o papel protetor da nutrição no RNPT, não somente na prevenção de infecções, mas também para auxiliar o desenvolvimento neural e a prevenção de consequências deletérias futuras.

  15. Terapia cognitivo-comportamental da fobia social

    OpenAIRE

    Ito,Lígia M; Roso,Miréia C; Tiwari,Shilpee; Kendall,Philip C; Asbahr,Fernando R

    2008-01-01

    OBJETIVO: Este artigo revisa aspectos relevantes da fobia social e os estágios de tratamento através da terapia cognitivo-comportamental em crianças, adolescentes e adultos. MÉTODO: A partir do banco de dados Medline, realizou-se revisão da literatura publicada a respeito do tratamento da fobia social por meio da terapia cognitivo-comportamental. RESULTADOS: Revisão da literatura sugere que a fobia social é uma condição prevalente e crônica, caracterizada por inibição social e timidez excessi...

  16. Terapia conductual dialéctica

    OpenAIRE

    Gempeler, Juanita

    2008-01-01

    Introducción: Un importante aporte de la terapia cognoscitivo-comportamental al área clínica es la terapia conductual dialéctica (TCD), desarrollada a finales de los años noventa por la psiquiatra Marsha Linehan, como respuesta a las dificultades en el tratamiento del trastorno de personalidad limítrofe (TPL). Se destaca su carácter integrador, pues se basa en principios conductuales y cognoscitivos e incorpora elementos del zen. Es un tratamiento desarrollado y evaluado con mujeres que no só...

  17. V Jornadas de actualización en terapia ocupacional: Formación continuada en terapia ocupacional

    OpenAIRE

    Asensio, Carmen; García Lemos, C.; Viedma, María José de; Pérez Corrales, Jorge; Sánchez Cabeza, Ángel; Pascual Agudo, Elisa; Santos, Francisco de los

    2014-01-01

    V Jornadas de actualización en terapia ocupacional: Formación continuada en terapia ocupacional, celebradas en la Universidad Rey Juan Carlos campus de Alcorcón en 2014. Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Rehabilitación y Medicina Física

  18. Profilaxia para úlcera de estresse em pacientes internados em UTI pediátrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Taisa E. Araujo

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a utilização de profilaxia para úlcera de estresse (UE, em pacientes internados, de cinco unidades de terapia intensiva pediátrica (UTIP de Porto Alegre (RS. MÉTODOS: Estudo multicêntrico, prospectivo, transversal, observacional. Foram avaliados os prontuários dos pacientes internados em dia definido para visitação, entre abril de 2006 e fevereiro de 2007, excluindo os avaliados em visitas anteriores e aqueles com hemorragia digestiva alta na admissão. Foram avaliados a idade, o gênero, o diagnóstico na admissão, a gravidade da doença, o uso de profilaxia para UE, a sua justificativa e o medicamento profilático utilizado como primeira escolha. As variáveis foram descritas como frequências absoluta e relativa, ou média e desvio padrão/mediana, e intervalo interquartil (IQ. Os testes qui-quadrado de Pearson, de tendência linear, ou exato de Fisher foram utilizados para avaliar as associações. O nível de significância adotado foi de 5%, sendo estatisticamente significativo p < 0,05. RESULTADOS: Foram avaliados 398 pacientes, sendo 57% do gênero masculino. A mediana de idade foi de 16 meses (IQ4-65 e mediana de permanência em UTIP foi de 4 dias (IQ1-9. O principal motivo de internação foi doença respiratória (32,7%. Usaram profilaxia 77,5% dos pacientes, variando de 66 a 91%; a ventilação mecânica (22,3% foi a justificativa mais prevalente, seguida de rotina informal do serviço (21,4%. Apenas uma das UTIP tinha protocolo assistencial para profilaxia de UE. A ranitidina foi o medicamento mais empregado (84,5%. CONCLUSÕES: O uso de profilaxia para UE foi prática frequente nas UTIP avaliadas, sendo a ranitidina a droga de escolha. Entre as justificativas, a ventilação mecânica e o uso baseado em rotinas institucionais foram as mais prevalentes.

  19. A importância da utilização e padronização dos protocolos de desmame da ventilação mecânica

    OpenAIRE

    Silva, Vanessa Gonçalves da

    2014-01-01

    A VM, um dos pilares terapêuticos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), desde o início do seu uso em 1952, por ocasião da epidemia de Poliomielite em Copenhagem, vem se mostrando uma das principais ferramentas no tratamento de pacientes graves, em especial, os que apresentam insuficiência respiratória. (21)

  20. Determinants of practice patterns in pediatric UTI management.

    Science.gov (United States)

    Selekman, R E; Allen, I E; Copp, H L

    2016-10-01

    Urinary tract infection (UTI) affects 10% of girls and 3% of boys by age 16. Both the American Academy of Pediatrics and National Institute for Health and Clinical Excellence Guidelines recommend urine testing prior to initiation of antibiotic treatment and the use of local antibiograms to guide empiric antibiotic therapy. Urine culture results not only provide the opportunity to halt empiric therapy if there is no bacterial growth, but also allow for tailoring of broad-spectrum therapy. Additionally, the use of antiobiograms improves empiric antibiotic selection based on local resistance patterns. However, execution of guideline recommendations has proved challenging. Understanding barriers in implementation is critical to developing targeted interventions aimed to improve adherence to these guidelines. The present study sought to investigate practice patterns and factors that influence urine testing and antibiogram use in the setting of empiric antibiotic treatment of UTI in children to ultimately improve adherence to UTI management guidelines. A random, national sample of physicians caring for children was surveyed from the American Medical Association Masterfile. Participants were queried regarding practice type, length of time in practice, factors influencing urine testing, urine specimen collection method, and antibiogram utilization. Logistic regression was used to assess factors associated with use of urine testing, bagged specimens, and antibiograms. Of respondents who acknowledged contact by surveyors, 47% completed the survey (n = 366). Most respondents (84%) obtain urinalysis and culture prior to treatment for UTI. Physicians report they would more likely order testing if the specimen were easier to collect (46%) and if results were available immediately (48%) (Table). Urine collection by bag was more common in circumcised boys (>30%) compared with girls (20%) and uncircumcised boys (20%) (P = 0.02). The most common reasons for collection by bag

  1. Iatrogenia em Medicina Intensiva Iatrogenic in Intensive Care Medicine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Canineu

    2006-03-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Define-se iatrogenia ou afecções iatrogênicas como decorrentes da intervenção médica, correta ou não e justificada ou não, da qual resultam conseqüências prejudiciais ao paciente. Os cuidados em Medicina Intensiva apresentam desafios substanciais com relação à segurança do paciente. O objetivo deste artigo foi apresentar uma breve revisão da literatura sobre a iatrogenia em seus conceitos e termos básicos e suas taxas de prevalência em Medicina Intensiva. CONTEÚDO: A Medicina Intensiva fornece subsídios que melhoram a morbidade e a mortalidade, mas que também se associam a riscos significativos de eventos adversos e erros graves; as iatrogenias podem ser diminuídos com monitoração adequada ou podem ser rotuladas como agravante esperado, idiopatia e se perpetuarem no anonimato CONCLUSÕES: É fundamental reconhecer a necessidade do constante aprendizado, reciclagem e consciência da susceptibilidade ao erro; neste contexto, o respeito pelo ser humano deve nortear a conduta profissional.BACKGROUND AND OBJECTIVES: Iatrogenic conditions was due of the medical, correctly intervention or not, justified or not, which harmful consequences to the patient. The cares in Intensive Care Medicine present substantial challenges with relation to the security of the patient. The objective of this article is to make one brief revision of literature on the iatrogenic in its concepts and basic terms and its taxes prevalence in Intensive Care Medicine. CONTENTS: Intensive Care Medicine supplies subsidies that improve the morbidity and mortality, but that also the significant risks of adverse events and serious errors associate. The Iatrogenic can be minimized with the adequate monitorization or can be friction as waited aggravation, idiopathic and if to perpetuate in the anonymity. CONCLUSIONS: It is basic to recognize the necessity of the constant learning and recycling and conscience of the susceptibilities to the

  2. 78 FR 24199 - Streak Products, Inc. v. UTi, United States, Inc.; Notice of Filing of Complaint and Assignment

    Science.gov (United States)

    2013-04-24

    ... FEDERAL MARITIME COMMISSION [Docket No. 13--04] Streak Products, Inc. v. UTi, United States, Inc...,'' against UTi, United States, Inc. (``UTi''), hereinafter ``Respondent.'' Complainant states that it is a... therefore, has violated 46 U.S.C. 41104(2). Complainant also alleges that ``UTi engaged in an unfair or...

  3. Technical report—Diagnosis and management of an initial UTI in febrile infants and young children.

    Science.gov (United States)

    Finnell, S Maria E; Carroll, Aaron E; Downs, Stephen M

    2011-09-01

    The diagnosis and management of urinary tract infections (UTIs) in young children are clinically challenging. This report was developed to inform the revised, evidence-based, clinical guideline regarding the diagnosis and management of initial UTIs in febrile infants and young children, 2 to 24 months of age, from the American Academy of Pediatrics Subcommittee on Urinary Tract Infection. The conceptual model presented in the 1999 technical report was updated after a comprehensive review of published literature. Studies with potentially new information or with evidence that reinforced the 1999 technical report were retained. Meta-analyses on the effectiveness of antimicrobial prophylaxis to prevent recurrent UTI were performed. Review of recent literature revealed new evidence in the following areas. Certain clinical findings and new urinalysis methods can help clinicians identify febrile children at very low risk of UTI. Oral antimicrobial therapy is as effective as parenteral therapy in treating UTI. Data from published, randomized controlled trials do not support antimicrobial prophylaxis to prevent febrile UTI when vesicoureteral reflux is found through voiding cystourethrography. Ultrasonography of the urinary tract after the first UTI has poor sensitivity. Early antimicrobial treatment may decrease the risk of renal damage from UTI. Recent literature agrees with most of the evidence presented in the 1999 technical report, but meta-analyses of data from recent, randomized controlled trials do not support antimicrobial prophylaxis to prevent febrile UTI. This finding argues against voiding cystourethrography after the first UTI.

  4. Antibiotics for URTI and UTI -- prescribing in Malaysian primary care settings.

    Science.gov (United States)

    Teng, Cheong Lieng; Tong, Seng Fah; Khoo, Ee Ming; Lee, Verna; Zailinawati, Abu Hassan; Mimi, Omar; Chen, Wei Seng; Nordin, Salleh

    2011-05-01

    Overprescription of antibiotics is a continuing problem in primary care. This study aims to assess the antibiotic prescribing rates and antibiotic choices for upper respiratory tract infections (URTI) and urinary tract infections (UTI) in Malaysian primary care. Antibiotic prescribing data for URTI and UTI was extracted from a morbidity survey of randomly selected primary care clinics in Malaysia. Analysis was performed of 1,163 URTI and 105 UTI encounters. Antibiotic prescribing rates for URTI and UTI were 33.8% and 57.1% respectively. Antibiotic prescribing rates were higher in private clinics compared to public clinics for URTI, but not for UTI. In URTI encounters, the majority of antibiotics prescribed were penicillins and macrolides, but penicillin V was notably underused. In UTI encounters, the antibiotics prescribed were predominantly penicillins or cotrimoxazole. Greater effort is needed to bring about evidence based antibiotic prescribing in Malaysian primary care, especially for URTIs in private clinics.

  5. Terapia gênica Gene therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nance Beyer Nardi

    2002-01-01

    Full Text Available Terapia gênica é um procedimento médico que envolve a modificação genética de células como forma de tratar doenças. Os genes influenciam praticamente todas as doenças humanas, seja pela codificação de proteínas anormais diretamente responsáveis pela doença, seja por determinar suscetibilidade a agentes ambientais que a induzem. A terapia gênica é ainda experimental, e está sendo estudada em protocolos clínicos para diferentes tipos de doenças. O desenvolvimento de métodos seguros e eficientes de transferência gênica para células humanas é um dos pontos mais importantes na terapia gênica. Apesar do grande esforço dirigido na última década para o aperfeiçoamento dos protocolos de terapia gênica humana, e dos avanços importantes na pesquisa básica, as aplicações terapêuticas da tecnologia de transferência gênica continuam ainda em grande parte teóricas. O potencial da terapia gênica é muito grande, devendo ainda causar grande impacto em todos os aspectos da medicina.Gene therapy is a medical intervention that involves modifying the genetic material of living cells to fight disease. Genes influence virtually every human disease, either by encoding for abnormal proteins, which are directly responsible for the disease, or by causing a susceptibility to environmental agents which induce it. Gene therapy is still experimental, and is being studied in clinical trials for many different types of diseases. The development of safe and effective methods of implanting normal genes into the human cell is one of the most important technical issues in gene therapy. Although much effort has been directed in the last decade toward improvement of protocols in human gene therapy, and in spite of many considerable achievements in basic research, the therapeutic applications of gene transfer technology still remain mostly theoretical. The potential for gene therapy is huge and likely to impact on all aspects of medicine.

  6. A Novel Method for Bacterial UTI Diagnosis Using Raman Spectroscopy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evdokia Kastanos

    2012-01-01

    Full Text Available The current state of the art on bacterial classification using Raman and Surface Enhanced Raman Spectroscopy (SERS for the purpose of developing a rapid and more accurate method for urinary tract infection (UTI diagnosis is presented. SERS, an enhanced version of Raman offering much increased sensitivity, provides complex biochemical information which, in conjunction with advanced analysis and classification techniques, can become a valuable diagnostic tool. The variety of metal substrates used for SERS, including silver and gold colloids, as well as nanostructured metal surfaces, is reviewed. The challenges in preprocessing noisy and complicated spectra and the various methods used for feature creation as well as a novel method using spectral band ratios are described. The various unsupervised and supervised classification methods commonly used for SERS spectra of bacteria are evaluated. Current research on transforming SERS into a valuable clinical tool for the diagnosis of UTIs is presented. Specifically, the classification of bacterial spectra (a as positive or negative for an infection, (b as belonging to a particular species of bacteria, and (c as sensitive or resistant to an antibiotic are described. This work can lead to the development of novel technology with extremely important benefits for public health.

  7. Micro-Raman spectroscopy for identification and classification of UTI bacteria

    Science.gov (United States)

    Yogesha, M.; Chawla, Kiran; Acharya, Mahendra; Chidangil, Santhosh; Bankapur, Aseefhali

    2017-07-01

    Urinary tract infection (UTI) is one of the major clinical problems known to mankind, especially among adult women. Conventional methods for identification of UTI causing bacteria are time consuming and expensive. Therefore, a rapid and cost-effective method is desired. In the present study, five bacteria (one Gram-positive and four Gram-negative), most commonly known to cause UTI, have been identified and classified using micro-Raman spectroscopy combined with principal component analysis (PCA).

  8. STUDY OF PATHOGENESIS AND ITS SENSITIVITY PATTERN IN UTI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rajendra Prasad Kathula

    2016-06-01

    Full Text Available BACKGROUND Urinary tract infections are common causes of both community acquired and nosocomial infections in adult patients admitted in the hospitals. Urinary tract infections can be defined as the presence of pathogenic bacteria in significant colony count in the bladder of upper urinary tract with its associated consequences. Asymptomatic bacteriuria is a term used to designate urinary tract infections in the absence of symptoms with the growth of bacteria colonies often crossing 1,00,000/mL in a freshly voided midstream urine sample. Urethritis and cystitis are characterised by the inflammation of the urethra and bladder with symptoms of dysuria, frequency and lower pubic pain and it is associated with fever. Acute pyelonephritis is the bacterial infection of renal parenchyma and it is characterised by fever with rigors, flank pain, vomiting, costovertebral tenderness with or without symptoms of cystitis. It may be associated with pus formation. Prostatitis is quiet common and it involves infective inflammation of the prostate associated with dysuria, urgency, frequency and pain in the lower abdomen, perineum, or base of the penis. A sincere effort has been made towards this study on pathogenesis and its sensitivity pattern in UTI. METHODS One hundred cases who visited the Department of Surgery, Government Medical College, Nizamabad were used as the sample size of the study. The plethora of the signs and symptoms which were seen were noted and the mid catch of the urine was done and sent to the Department of Microbiology for the pathogens to be identified. The sensitivity pattern was also studied and reported. The study was done from October 2012 to November 2013. RESULT The most common pathogen was E. coli and the most sensitivity of the commonest pathogen (E. coli was found to be towards Nitrofurantoin. CONCLUSION In this study, the most common pathogens which causes the UTI and the sensitivity pattern has been reported. The study is

  9. La terapia manual osteopática

    OpenAIRE

    Escarmis i Costa, Francesc; Martínez Gil, José Luis

    2001-01-01

    Este trabajo desarrolla brevemente la historia de la Osteopatía, su introducción en Europa y cómo desde Europa ha ido viniendo a España de la mano de los Fisioterapeutas. Resume así mismo la Filosofía de la Osteopatía y sus principios. Y, por último, nos revela la situación actual de la Osteopatía en España y la necesidad que creemos que existe para su mayor desarrollo, estudio e integración dentro de la Fisioterapia. Terapia y Rehabilitación

  10. Los ritmos como terapia para la impulsividad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mónica Triviño

    2012-10-01

    Full Text Available Investigaciones recientes muestran que el uso de patrones rítmicos facilita la respuesta óptima en el tiempo, por lo que el entrenamiento mediante ritmos podría proponerse como terapia novedosa ante problemas como la impulsividad. Esto podría beneficiar a pacientes con daño prefrontal o personas con trastorno por déficit de atención e hiperactividad (TDAH, que suelen mostrar conductas impulsivas, así como dificultad para estimar el paso del tiempo.

  11. A influência da desnutrição na utilização de ventilação mecânica em crianças admitidas em UTI pediátrica The influence of poor nutrition on the necessity of mechanical ventilation among children admitted to the Pediatric Intensive Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Martins Mota

    2002-04-01

    Full Text Available Objetivo: determinar a relação entre a influência do estado nutricional de crianças no dia de sua admissão na unidade de terapia intensiva pediátrica (UTIP, com a necessidade, o tempo de ventilação mecânica durante a internação, e a mortalidade em UTIP.Métodos: estudo de coorte, entre 01/07/1995 e 30/06/1999, envolvendo todas as crianças (entre 28 dias e 48 meses de idade, admitidas na UTIP do Hospital São Lucas da PUCRS, e com um tempo de permanência superior a 8 horas. Foram excluídas as crianças com cardiopatias complexas, ou aquelas admitidas para realizar procedimentos eletivos, ou por falta de vaga em outra unidade (ausência de critérios de admissão em UTIP, ou, ainda, quando a ventilação mecânica foi considerada eletiva (pós-operatório cardíaco, torácico ou outra grande cirurgia. Os dados foram colhidos diari-amente no período de estudo, por uma equipe especialmente treinada para este estudo e não envolvida com a rotina assistencial da unidade. No dia da admissão, os pacientes eram classificados quanto ao grau de nutrição através do escore Z e quanto à gravidade através do escore de PRISM (Pediatric Risk Mortality. No acompanhamento diário, eram coletados dados referentes aos aspectos demográficos, necessidade de ventilação mecânica com o respectivo tempo total, diagnóstico principal e evolução (desfecho clínico.Resultados: a desnutrição promoveu um significativo aumento no uso de ventilação mecânica, principalmente quando associado com: (i idade inferior a um ano (RR= 2,4; 1,4-3,8, (ii crianças admitidas na UTI pediátrica com baixos escores de gravidade - PRISM inferior a 10 - (RR=2,5; 1,3-4,7, (iii pacientes admitidos por problemas respiratórios (RR=2,1; 1,3-4,7. O tempo de ventilação mecânica, independentemente da causa básica, foi significativamente maior no grupo de cri-anças definidas como desnutridas (RR=1,5; 1,1-2,3. Entretanto, a mortalidade não foi afetada sig

  12. Impacto da adequação da oferta energética sobre a mortalidade em pacientes de UTI recebendo nutrição enteral Impact of the adequacy of energy intake on intensive care unit mortality in patients receiving enteral nutrition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natália Sanchez Oliveira

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a relação entre adequação da oferta energética e mortalidade na unidade de terapia intensiva em pacientes sob terapia nutricional enteral exclusiva. MÉTODOS: Estudo observacional prospectivo conduzido em uma unidade de terapia intensiva em 2008 e 2009. Foram incluídos pacientes >18 anos que receberam terapia nutricional enteral por >72h. A adequação da oferta de energia foi estimada pela razão administrado/prescrito. Para a investigação da relação entre variáveis preditoras (adequação da oferta energética, escore APACHE II, sexo, idade e tempo de permanência na unidade de terapia intensiva e o desfecho mortalidade na unidade de terapia intensiva, utilizou-se o modelo de regressão logística não condicional. RESULTADOS: Foram incluídos 63 pacientes (média 58 anos, mortalidade 27%, 47,6% dos quais receberam mais de 90% da energia prescrita (adequação média 88,2%. O balanço energético médio foi de -190 kcal/dia. Observou-se associação significativa entre ocorrência de óbito e as variáveis idade e tempo de permanência na unidade de terapia intensiva, após a retirada das variáveis adequação da oferta energética, APACHE II e sexo durante o processo de modelagem. CONCLUSÃO: A adequação da oferta energética não influenciou a taxa de mortalidade na unidade de terapia intensiva. Protocolos de infusão de nutrição enteral seguidos criteriosamente, com adequação administrado/prescrito acima de 70%, parecem ser suficientes para não interferirem na mortalidade. Dessa forma, pode-se questionar a obrigatoriedade de atingir índices próximos a 100%, considerando a elevada frequência com que ocorrem interrupções no fornecimento de dieta enteral devido a intolerância gastrointestinal e jejuns para exames e procedimentos. Pesquisas futuras poderão identificar a meta ideal de adequação da oferta energética que resulte em redução significativa de complicações, mortalidade e custos

  13. UTX and UTY demonstrate histone demethylase-independent function in mouse embryonic development.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karl B Shpargel

    2012-09-01

    Full Text Available UTX (KDM6A and UTY are homologous X and Y chromosome members of the Histone H3 Lysine 27 (H3K27 demethylase gene family. UTX can demethylate H3K27; however, in vitro assays suggest that human UTY has lost enzymatic activity due to sequence divergence. We produced mouse mutations in both Utx and Uty. Homozygous Utx mutant female embryos are mid-gestational lethal with defects in neural tube, yolk sac, and cardiac development. We demonstrate that mouse UTY is devoid of in vivo demethylase activity, so hemizygous X(Utx- Y(+ mutant male embryos should phenocopy homozygous X(Utx- X(Utx- females. However, X(Utx- Y(+ mutant male embryos develop to term; although runted, approximately 25% survive postnatally reaching adulthood. Hemizygous X(+ Y(Uty- mutant males are viable. In contrast, compound hemizygous X(Utx- Y(Uty- males phenocopy homozygous X(Utx- X(Utx- females. Therefore, despite divergence of UTX and UTY in catalyzing H3K27 demethylation, they maintain functional redundancy during embryonic development. Our data suggest that UTX and UTY are able to regulate gene activity through demethylase independent mechanisms. We conclude that UTX H3K27 demethylation is non-essential for embryonic viability.

  14. Different inflammatory responses are associated with Ureaplasma parvum-induced UTI and urolith formation.

    Science.gov (United States)

    Reyes, Leticia; Reinhard, Mary; Brown, Mary B

    2009-01-26

    Epidemiologic studies show a strong association between Ureaplasmas and urogenital tract disease in humans. Since healthy humans can be colonized with Ureaplasmas, its role as a pathogen remains controversial. In order to begin to define the role of the host in disease, we developed a rodent model of urinary tract infection (UTI) using Fischer 344 (F344) rats. Animals were inoculated with sterile broth, 10(1), 10(3), 10(5), 10(7), or 10(9) log CFU of a rat-adapted strain of Ureaplasma parvum. Infected animals exhibited two distinct profiles, asymptomatic UTI and UTI complicated with struvite urolithiasis. Inoculum dose of U. parvum affected the incidence of UTI, and 50% to 57% of animals inoculated with >or= 10(7) CFU of U. parvum remained infected (p UTI was characterized by a minimal immune response that was predominantly monocytic and lymphocytic, with limited lesions, and elevated urinary levels of IFN-gamma, IL-18 and MCP-1 (P UTI complicated with struvite formation was characterized by an exaggerated immune response that was mostly neutrophilic (P UTI also had a significantly high rate of kidney infection (P UTI and disease.

  15. Establishment and Characterization of UTI and CAUTI in a Mouse Model.

    Science.gov (United States)

    Conover, Matt S; Flores-Mireles, Ana L; Hibbing, Michael E; Dodson, Karen; Hultgren, Scott J

    2015-06-23

    Urinary tract infections (UTI) are highly prevalent, a significant cause of morbidity and are increasingly resistant to treatment with antibiotics. Females are disproportionately afflicted by UTI: 50% of all women will have a UTI in their lifetime. Additionally, 20-40% of these women who have an initial UTI will suffer a recurrence with some suffering frequent recurrences with serious deterioration in the quality of life, pain and discomfort, disruption of daily activities, increased healthcare costs, and few treatment options other than long-term antibiotic prophylaxis. Uropathogenic Escherichia coli (UPEC) is the primary causative agent of community acquired UTI. Catheter-associated UTI (CAUTI) is the most common hospital acquired infection accounting for a million occurrences in the US annually and dramatic healthcare costs. While UPEC is also the primary cause of CAUTI, other causative agents are of increased significance including Enterococcus faecalis. Here we utilize two well-established mouse models that recapitulate many of the clinical characteristics of these human diseases. For UTI, a C3H/HeN model recapitulates many of the features of UPEC virulence observed in humans including host responses, IBC formation and filamentation. For CAUTI, a model using C57BL/6 mice, which retain catheter bladder implants, has been shown to be susceptible to E. faecalis bladder infection. These representative models are being used to gain striking new insights into the pathogenesis of UTI disease, which is leading to the development of novel therapeutics and management or prevention strategies.

  16. Células madre y terapia celular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elso Manuel Cruz Cruz

    2015-03-01

    Full Text Available Una célula madre (CM o célula troncal es aquella capaz de dividirse indefinidamente y diferenciarse a distintos tipos de células especializadas, no sólo morfológica sino también funcionalmente. Las células madre pueden clasificarse atendiendo a su origen en células madre adultas (CMA y células madre embrionarias (CME. Por sus características, las CM tienen potencialidades para diversos usos en la práctica clínica. La primera es como vehículo terapéutico de genes, en el caso de enfermedades monogénicas o incluso como vehículo de terapias antitumorales o antiangiogénicas. La segunda y principal aplicación es, aprovechando su potencial de diferenciación, en la regeneración de tejidos destruidos o dañados, como terapia de reemplazo celular o medicina regenerativa. En esta área se están desarrollando trabajos de investigación donde se busca reemplazar células dañadas por otras que restituyan la función normal de los tejidos u órganos; en enfermedades como: diabetes mellitus, enfermedades cardiovasculares, enfermedad de Parkinson y enfermedades de células sanguíneas. Actualmente existen muchas investigaciones enfocadas a descubrir células progenitoras que sirvan como banco de células para usos terapéuticos. Se reporta el empleo de varias estrategias, las que incluyen: terapias celulares derivadas de células autólogas; terapias celulares derivadas de líneas celulares establecidas desde una variedad de CM que incluyen MO, cordón umbilical, CME, así como células de tejidos y órganos de animales genéticamente modificados. Las principales aplicaciones se realizan con CM de la médula ósea (MO, ya que esta es un recurso celular propio, accesible y abundante para la terapia celular. (1 En la MO existe un grupo heterogéneo de CMA; además de las hematopoyéticas (CMH están las: endoteliales, mesenquimales (CMM, de la población lateral, progenitoras adultas multipotentes, ovales y también células madre muy peque

  17. Delirium, a Symptom of UTI in the Elderly: Fact or Fable? A Systematic Review.

    Science.gov (United States)

    Balogun, Seki A; Philbrick, John T

    2014-03-01

    In geriatrics, delirium is widely viewed as a consequence of and, therefore, a reason to initiate workup for urinary tract infection (UTI). There is a possibility that this association is overestimated. To determine the evidence behind this clinical practice, we undertook a systematic review of the literature linking delirium with UTI. A MEDLINE search was conducted from 1966 through 2012 using the MESH terms "urinary tract infection" and "delirium", limited to humans, age 65 and older. The search identified 111 studies. Of these, five met our inclusion criteria of being primary studies that addressed the association of UTI and delirium. The studies were four cross-sectional observational studies and one case series. No randomized control trials were identified. All studies were published between 1988 and 2011. Four collected data retrospectively and one prospectively, with study sizes ranging from 14 to 1,285. The methodological strength of the studies was evaluated using six standards adapted from a previous systematic review. Only two of the five studies adequately matched or statistically adjusted for differences in comparison groups. None of the studies evaluated subjects with equal intensity for the presence of delirium and UTI, nor did they have objective criteria for either diagnosis. In subjects with delirium, UTI rates ranged from 25.9% to 32% compared to 13% in those without delirium. In subjects with UTI, delirium rates ranged from 30% to 35%, compared to 7.7% to 8% in those without UTI. Few studies have examined the association between UTI and delirium. Though the studies examined conclude that there is an association between UTI and delirium, all of them had significant methodological flaws that likely led to biased results. Therefore, it is difficult to ascertain the degree to which urinary tract infections cause delirium. More research is needed to better define the role of UTI in delirium etiology.

  18. Intoxicaciones agudas graves en un servicio de medicina intensiva durante doce años

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Palazón Sánchez

    2000-01-01

    Full Text Available Conocer 12 epidemiología de las u~tux~- aciones agudas graves en un servicio de medicina intensiva y evaluar el pronóstico de la PCR y mortalidad asociada a los distintos tóxicos.

  19. ARTE TERAPIA: HERRAMIENTA DE AYUDA EN LA ESCUELA

    OpenAIRE

    Alcázar Ruiz de Peralta, Karla Katherin

    2017-01-01

    La investigación tiene como Objetivo: incluir el arte terapia en la escuela, permitiendo que el docente de arte logre conocer el proceso de arte terapia de manera detallada, saber sus fundamentos, entender sus beneficios y ventajas, con la finalidad de poder aplicarla en el futuro como una herramienta de ayuda en la escuela. Método: la investigación es de diseño no experimental, de tipo descriptivo-analítico. Enfoque cualitativo. Conclusión: el Arte terapia, por ser un proceso adecuado para t...

  20. Comparison the Serum STREM1 Levels Between Children with Upper and Lower UTI.

    Science.gov (United States)

    Ehsanipour, Fahime; Noorbakhsh, Samileh; Zarabi, Vida; Movahedi, Zahra; Rahimzadeh, Nahid

    2017-01-01

    Pyelonephritis is the most common and important infection among Iranian pediatric population. Differentiation between upper and lower Urinary Tract Infection (UTI) is often difficult based on clinical data. Therefore, definite diagnosis is helpful for choosing appropriate antibiotic and decision for hospital admission. The main purpose of this study was todetermine the diagnostic value of serum STREM-1 level in children suspicious to UTI and differentiation of upper UTI and lower UTI. This prospective cross sectional study (2010-2011) was performed to evaluate and compare the serum level of STREM- 1 (pg. /ml) in 36 diagnosed UTI patients (24 upper and 12 lower UTI) with 25 normal children (without UTI) in Rasoul Akram hospital, Tehran, Iran. The mean age of studied children was 3.64 years; 24 male and 37 female. Urinary analysis and urine culture were performed for all UTI cases and only the positive cultured cases with the same microorganism were enrolled in the study. Distinguishing the upper from lower UTI was done on the basis of clinical manifestation and laboratory tests and confirmed by Imaging studies (ultra sonography /or DMSA scan). Blood sampling was taken from all children and centrifuged .The level of STREM-1 (pg /ml) in all sera was determined by Enzyme immunoassay technique (Human TREM-1 immunoassay Sandwich test, Quantikine, R&D systems, Minneapolis; USA). Cut-off levels for STREM-1 were illustrated by ROC curve. The pUTI (427.72pg/ml) and controls (124.24 pg. /ml; P =0.000) ; with cutoff point 111.5 pg./ml ; it had 83.3% sensitivity; and 60 % specificity to distinguish UTI from control. Serum STREM -1 level had no significantly difference between the upper and lower UTI (500pg/ml vs. 283 pg. /ml, P value=0.1) with cutoff point 132 pg./ml it had 83.3% sensitivity ; and 60 % specificity to distinguish upper UTI from lower UTI. Our study demonstrates that even low amount of serum STREM-1 (111.5 pg./ml) has 83.3% sensitivity ; and 60 % specificity to

  1. Role of Behavioural Risk Factors in Symptoms Related to UTI Among Nursing Students.

    Science.gov (United States)

    Vyas, Shaili; Sharma, Parul; Srivastava, Kajal; Nautiyal, Vipul; Shrotriya, Ved Prakash

    2015-09-01

    UTI is a well known entity amongst young girls, and the majority of girls have recurrent infections within one year. Anything that disturbs the usual vaginal environment would result in conditions favouring the production of unwanted microorganisms leading to infections of this very sensitive area. Studies have shown that, there is an evident relation of UTI's among students and practices of personal hygiene. To determine association between the behavioural risk factors and UTI among nursing girls. The present study was undertaken amongst unmarried nursing students of a Medical College Hospital. A predesigned pretested questionnaire was used to know the personal hygiene of students and to find out its association with UTI in the last three months. Chi-square test was used to analyse the data. A significant association was observed between perineal hygiene and UTI. The major risk factors of UTI identified were incorrect perineal washing technique, use of synthetic/silk innerwears, not sundrying the innerwears, improper menstrual hygiene. There are still major gaps in the knowledge regarding causation of UTI among the nursing students. This calls for an urgent need for educational talks periodically addressing these gaps.

  2. Terapia cognitivo-conductual y psicosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CARLOS CUEVAS-YUST

    2002-01-01

    Full Text Available En una patología, la psicosis, tradicionalmente reservada al tratamiento psiquiátrico, resulta especialmente interesante y prometedora la aparición de las intervenciones psicológicas. De hecho, la terapia cognitivo-conductual (TCC está mostrando ser una aproximación efectiva en el tratamiento de síntomas psicóticos positivos resistentes a la medicación neuroléptica, existiendo incluso alguna evidencia de que podría contribuir a la reducción de las recaídas. En el presente trabajo describimos las etapas de la TCC en la psicosis, así como su adaptación a esta patología.

  3. The Swedish infant high-grade reflux trial: UTI and renal damage.

    Science.gov (United States)

    Nordenström, Josefin; Sjöström, Sofia; Sillén, Ulla; Sixt, Rune; Brandström, Per

    2017-04-01

    High-grade vesicoureteral reflux (VUR) in children is associated with recurrent urinary tract infection (UTI) and renal damage. Breakthrough UTI despite continuous antibiotic prophylaxis (CAP) during the first years of life is a matter of concern and evokes early intervention. We investigated whether early endoscopic treatment (ET) of VUR grade 4-5 can reduce the risk of UTI recurrence and renal scarring. This prospective, randomized, controlled, multicentre, 1-year follow-up trial comprised 77 infants, UTIs were reported. There were 27 recurrent febrile UTIs in 6 (16%) children in the ET group and in 10 (26%) in the CAP group (p = 0.43), in eight (36%) girls and eight (15%) boys (p = 0.039). Successful VUR outcome (VUR 0-2) was seen in 22 (59%) in the ET and eight (21%) in the CAP group (p = 0.0014). Multiple recurrences were only seen in patients with persistent dilating reflux at follow-up (p = 0.019). Deterioration on scintigraphy was seen in eight children (9 kidneys) with no difference between treatment groups (p = 0.48) or sex (p = 0.17). Renal deterioration was associated with high bladder capacity (BC) and large residual volume (PVR) at 1 year (p = 0.0092 and p = 0.041). Six of the eight children with renal deterioration had a recurrent UTI (p = 0.0032). Seven of nine renal units with deterioration were seen in children with persistent VUR 3-5 at follow-up. Univariable logistic regression identified female sex and high PVR as positive predictors for recurrent UTI (p = 0.039 and 0.034) and high PVR tended to predict renal deterioration (p = 0.053). No differences between the treatment groups regarding recurrent UTI and renal deterioration could be found. Increased PVR and female sex were positive predictors for UTI recurrences. VUR grade at follow-up was correlated to UTI recurrence and renal deterioration. This study did not show any difference between ET and CAP in reducing the risk of UTI recurrence or renal deterioration. The rate

  4. Terapias cognitivo-conductuales en la fobia social, en adultos

    OpenAIRE

    San Vicente Montalbán, Ainara

    2015-01-01

    La fobia social es una enfermedad psiquiátrica que causa costes socioeconómicos significativos y que presenta una alta comorbilidad. Las terapias cognitivo-conductuales (TCC) pueden ser una alternativa de tratamiento efectiva, ya que buscan el cambio de pensamientos y comportamientos adquiridos en una enfermedad con un alto componente de aprendizaje. Objetivo: Verificar la efectividad de las terapias cognitivo-conductuales (TCC) con respecto a otros tratamientos empleados en la fobia soci...

  5. Transporte intra-hospitalar de pacientes internados em UTI Neonatal: fatores de risco para intercorrências Intra-hospital transport of neonatal intensive care patients: risk factors for complications

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Luiza P. Vieira

    2007-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar os fatores associados à hipotermia e ao aumento da necessidade de oxigênio e/ou suporte ventilatório durante o transporte intra-hospitalar de pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva neonatal. MÉTODOS: Estudo prospectivo de todos os pacientes internados na unidade neonatal que necessitaram de transporte intra-hospitalar de janeiro de 1997 a dezembro de 2000, entre segundas-feiras e sextas-feiras, das 8h às 17h. Fatores associados à hipotermia e ao aumento da necessidade de oxigênio e/ou de suporte ventilatório durante e até duas horas após o transporte foram estudados por meio de regressão logística. RESULTADOS: Foram realizados 502 transportes no período. Os pacientes tinham em média 2.000g, 35 semanas de idade gestacional ao nascer e 22 dias de vida. As principais indicações do transporte foram: cirurgia e realização de exames de imagem. A hipotermia ocorreu em 17% dos transportes e o aumento da necessidade de oxigênio e/ou de suporte ventilatório em 7%. Fatores associados à hipotermia foram: duração do transporte >3h (OR=2,1; IC95%=1,2-3,6, presença de malformações neurológicas (OR=1,7; IC95%=1,1-2,5, transporte realizado em 1997 (OR=1,7; IC95%=1,1-2,6 e peso no transporte >3.500g (OR=0,3; IC95%=0,16-0,68. Fatores de risco para o aumento da necessidade de oxigênio e/ou de suporte ventilatório foram: idade gestacional ao nascimento em semanas (OR=0,9; IC95%=0,8-0,9, idade em dias no transporte (OR=1,0; IC95%=1,0-1,1 e presença de malformações gastrintestinais e geniturinárias (OR=3,1; IC95%=1,6-6,2. CONCLUSÕES: As intercorrências relativas ao transporte intra-hospitalar são freqüentes nos neonatos em UTI e estão associadas às condições dos pacientes e dos transportes.OBJECTIVE: Evaluate factors associated with hypothermia and increased need of oxygen and/or ventilatory support during intra-hospital transport of neonatal intensive care patients. METHODS: Prospective study of

  6. Diagnostic tests and antimicrobial susceptibility of uropathogens in boys and girls with UTI in the Netherlands.

    NARCIS (Netherlands)

    Nys, S.; Bartelds, A.I.M.; Donker, G.; Stobberingh, E.E.

    2007-01-01

    Background: in children, urinary tract infections (UTIs) are one of the most common infections encountered by the general practitioner (GP). To minimize renal damage, early diagnosis and adequate empiric antimicrobial therapy are essential. Therefore, this study evaluated the nitrite and

  7. UTIs in small animal patients: part 2: diagnosis, treatment, and complications.

    Science.gov (United States)

    Smee, Nicole; Loyd, Kimberly; Grauer, Gregory F

    2013-01-01

    There are multiple considerations when making a treatment plan for patients with urinary tract infections (UTIs). In part 2 of this review the authors discuss the clinical signs, diagnosis, treatment, and complications associated with bacterial UTIs in dogs and cats. Part 1 of this review summarized etiology and pathogenesis (see the Jan/Feb 2013 issue of the Journal of the American Animal Hospital Association).

  8. Diretrizes para terapia nutricional em crianças com câncer em situação crítica Guidance of nutritional support in critically ill children with cancer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Garófolo

    2005-08-01

    Full Text Available Este trabalho é constituído de uma revisão de conceitos fundamentais e atualizados relacionados à terapia nutricional de crianças com câncer criticamente doentes. O objetivo principal desta revisão é discutir alterações nutricionais e metabólicas decorrentes dessa condição, bem como as indicações, recomendações, contra-indicações e complicações da terapia nutricional (nutrição enteral e parenteral em pacientes com câncer. Este artigo aborda, de forma objetiva, a aplicação prática de alguns conceitos baseados em evidências científicas, e propõe algumas diretrizes para auxiliar na decisão da terapia nutricional no âmbito da vivência clínica. Conclui-se que há necessidade de maior incentivo ao desenvolvimento da ciência da terapia de suporte, como o tratamento das infecções, a terapia intensiva e a terapia metabólico-nutricional, para que se ampliem as possibilidades de cura de crianças e adolescentes com câncer.This paper is a review of fundamental, up to date concepts of nutritional support for critically ill children with cancer. The aim of the text is to discuss the nutritional and metabolic changes caused by their condition, as well as indications and recommendations, contraindications and complications of nutritional support (enteral and parenteral nutrition in cancer patients. The paper objectively shows the practical application of scientific knowledge and gives guidance to improve decisions about nutritional support in clinical practice. Finally, it is concluded there is a need to encourage research on support therapy, such as for the treatment of infections and for intensive nutritional and metabolic support, so as to increase the chances of curing children and adolescents with cancer.

  9. Whole-genome comparison of urinary pathogenic Escherichia coli and faecal isolates of UTI patients and healthy controls.

    Science.gov (United States)

    Nielsen, Karen Leth; Stegger, Marc; Kiil, Kristoffer; Godfrey, Paul A; Feldgarden, Michael; Lilje, Berit; Andersen, Paal S; Frimodt-Møller, Niels

    2017-12-01

    The faecal flora is a common reservoir for urinary tract infection (UTI), and Escherichia coli (E. coli) is frequently found in this reservoir without causing extraintestinal infection. We investigated these E. coli reservoirs by whole-genome sequencing a large collection of E. coli from healthy controls (faecal), who had never previously had UTI, and from UTI patients (faecal and urinary) sampled from the same geographical area. We compared MLST types, phylogenetic relationship, accessory genome content and FimH type between patient and control faecal isolates as well as between UTI and faecal-only isolates, respectively. Comparison of the accessory genome of UTI isolates to faecal isolates revealed 35 gene families which were significantly more prevalent in the UTI isolates compared to the faecal isolates, although none of these were unique to one of the two groups. Of these 35, 22 belonged to a genomic island and three putatively belonged to a type VI secretion system (T6SS). MLST types and SNP phylogeny indicated no clustering of the UTI or faecal E. coli from patients distinct from the control faecal isolates, although there was an overrepresentation of UTI isolates belonging to clonal lineages CC73 and CC12. One combination of mutations in FimH, N70S/S78N, was significantly associated to UTI, while phylogenetic analysis of FimH and fimH identified no signs of distinct adaptation of UTI isolates compared to faecal-only isolates not causing UTI. In summary, the results showed that (i) healthy women who had never previously had UTI carried faecal E. coli which were overall closely related to UTI and faecal isolates from UTI patients; (ii) UTI isolates do not cluster separately from faecal-only isolates based on SNP analysis; and (iii) 22 gene families of a genomic island, putative T6SS proteins as well as specific metabolism and virulence associated proteins were significantly more common in UTI isolates compared to faecal-only isolates and (iv) evolution of fim

  10. Virulence Genes Profile of Multidrug Resistant Pseudomonas aeruginosa Isolated from Iranian Children with UTIs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zohreh Heidary

    2016-04-01

    Full Text Available Virulent and resistant strains Pseudomonas aeruginosa (P. aeruginosa is one of the most important cause of UTIs in pediatrics. The present study was carried to investigate the frequency of virulence factors in the multi-drug resistant strains of P. aeruginosa isolated from pediatrics hospitalized due to the UTIs. One - hundred and forty three urine samples were collected from pediatric patients suffered from UTIs. Samples were cultured and those that were P. aeruginosa positive were analyzed for the presence of putative virulence genes. Seventy one out of 143 samples (49.65% were positive for P. aeruginosa. Monthly, sex and age-dependent prevalence were seen for P. aeruginosa. Bacterial strains had the highest levels of resistance against ampicillin (95.77%, gentamicin (92.95% and ciprofloxacin (81.69%. Of 71 P. aeruginosa isolates, 12 strains were resistant to more than 9 antibiotics (16.90%. The most commonly detected virulence factors in the cases of urethral infections were exoU and plcH while those of pyelonephritis and cystitis were were exoS and lasB. Our findings should raise awareness about antibiotic resistance in hospitalized pediatrics with UTIs in Iran. Clinicians should exercise caution in prescribing antibiotics, especially in cases of UTIs. Such information can help in identifying these virulence genes as useful diagnostic markers for clinical P. aeruginosa strains isolated from UTIs.

  11. TRPV1 and the MCP-1/CCR2 Axis Modulate Post-UTI Chronic Pain.

    Science.gov (United States)

    Rosen, John M; Yaggie, Ryan E; Woida, Patrick J; Miller, Richard J; Schaeffer, Anthony J; Klumpp, David J

    2018-05-08

    The etiology of chronic pelvic pain syndromes remains unknown. In a murine urinary tract infection (UTI) model, lipopolysaccharide of uropathogenic E. coli and its receptor TLR4 are required for post-UTI chronic pain development. However, downstream mechanisms of post-UTI chronic pelvic pain remain unclear. Because the TRPV1 and MCP-1/CCR2 pathways are implicated in chronic neuropathic pain, we explored their role in post-UTI chronic pain. Mice were infected with the E. coli strain SΦ874, known to produce chronic allodynia, and treated with the TRPV1 antagonist capsazepine. Mice treated with capsazepine at the time of SΦ874 infection failed to develop chronic allodynia, whereas capsazepine treatment of mice at two weeks following SΦ874 infection did not reduce chronic allodynia. TRPV1-deficient mice did not develop chronic allodynia either. Similar results were found using novelty-suppressed feeding (NSF) to assess depressive behavior associated with neuropathic pain. Imaging of reporter mice also revealed induction of MCP-1 and CCR2 expression in sacral dorsal root ganglia following SΦ874 infection. Treatment with a CCR2 receptor antagonist at two weeks post-infection reduced chronic allodynia. Taken together, these results suggest that TRPV1 has a role in the establishment of post-UTI chronic pain, and CCR2 has a role in maintenance of post-UTI chronic pain.

  12. Clinical presentation of urinary tract infection (UTI) differs with aging in women.

    Science.gov (United States)

    Arinzon, Zeev; Shabat, Shay; Peisakh, Alexander; Berner, Yitshal

    2012-01-01

    Uncomplicated UTI is among the most common health problems seen in general practice and typically affects immunocompetent, anatomically normal women. The aim of this study was to explore the difference in clinical presentation in acute, uncomplicated UTI in otherwise healthy community dwelling, premenopausal (Pre-M) and postmenopausal (Post-M) women. A UTI was defined as uropathogen of more than 10(3)cfu/ml in midstream urine culture. Symptoms of UTI were divided to three: during voiding, local symptoms, and generalized symptoms. A total of 196 women aged a minimum of 45 years with diagnosis of UTI were studied. The patients were divided into two groups: Pre-M (n=102, mean age 48.14 years) and Post-M (n=94, mean age 69.21 years). The predominant complaints in Pre-M women were local symptoms. The clinical presentations showed more severity in the Post-M group than in Pre-M women, predominantly generalized unspecific symptoms and storage symptoms. Advanced age positively correlated with urgency of urination, painful voiding, urinary incontinence, sexual activity, low-back pain, lower abdominal pain and negatively correlated with frequency, painful and burning of urination and bladder pain. Our study showed that clinical presentation of UTI in Pre-M and Post-M women is different. The differences are presented not only by the voiding itself and by local symptoms but also by unspecified generalized symptoms that is especially important in elderly patients. Copyright © 2011. Published by Elsevier Ireland Ltd.

  13. Contribuições dos registros eletrônicos para a segurança do paciente em terapia intensiva: uma revisão integrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulino Artur Ferreira de Sousa

    2012-01-01

    Full Text Available Revisión integrativa que analizó en las publicaciones las contribuciones de los registros electrónicos de salud para la seguridad de los pacientes en unidades de cuidados intensivos. La investigación se realizó en las bases de datos CINAHL, MEDLINE y SciELO, utilizando las palabras clave: registros médicos electrónicos, sistemas de información, informática de enfermería, informática médica, unidades de cuidados intensivos, seguridad del paciente y gestión de la seguridad. Se incluyeron 64 artículos y se analizaron en dos categorías empíricas: "Los sistemas de información y tecnología de la información: el registro electrónico para la continuidad de los cuidados de enfermería", "sistemas de apoyo: las contribuciones a la seguridad del paciente" y "los indicadores de calidad de la atención y seguridad de los pacientes de los registros electrónica". Los estudios señalaron como contribuciones a la continuidad de la atención, la toma de decisiones basadas en los sistemas de soporte de decisiones y la creación de indicadores de calidad y seguridad de los pacientes de los registros electrónicos.

  14. O seguimento da saúde da criança pré-termo e de baixo peso egressa da terapia intensiva neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Silveira Viera

    2009-01-01

    Full Text Available El objetivo de este estudio es describir cómo ocurre el cuidado del niño prematuro y de bajo peso después de ser dado de alta de la unidad de cuidados intensivos neonatal, en lo que se refiere a su seguimiento y el de su familia en el hogar. Es un estudio descriptivo, con abordaje hermenéutico y comprensión de los datos a partir del análisis temático. La investigación se realizó en la ciudad de Cascavel-PR, con seis familias cuyos hijos fueron dados de alta de la unidad de cuidados intensivos neonatal, siendo acompañados por medio de visitas domiciliarias en los tres primeros meses después de haber sido dados de alta. Los relatos señalan aspectos del cuidado del niño en el hogar y las experiencias con los servicios de salud en la atención basica y especializada. Las familias mostraron su itinerario en los servicios de salud disponibles, en busca de la continuidad del cuidado del niño después de ser dado de alta. Ese itinerario se caracterizó por barreras de acceso, vínculo frágil y vulnerabilidad institucional, produciendo inseguridad, insatisfacción y falta de afecto en el seguimiento del niño.

  15. Caracterização dos recém-nascidos com hidropisia fetal não imune admitidos em uma unidade neonatal de terapia intensiva

    OpenAIRE

    Mascaretti, Renata Suman; Falcão, Mário Cícero; Silva, Andrea M.; Vaz, Flávio Adolfo Costa; Leone, Cléa Rodrigues

    2003-01-01

    PURPOSE: To determine the incidence and characteristics of nonimmune hydrops fetalis in the newborn population. METHOD: A retrospective study of the period between 1996 and 2000, including all newborns with a prenatal or early neonatal diagnosis of nonimmune hydrops fetalis, based on clinical history, physical examination, and laboratory evaluation. The following were analyzed: prenatal follow-up, delivery type, gender, birth weight, gestational age, presence of perinatal asphyxia, nutritiona...

  16. Transfusão de sangue em terapia intensiva: um estudo epidemiológico observacional Blood transfusion in intensive care: an epidemiological observational study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Rodolfo Rocco

    2006-09-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A transfusão de concentrado de hemácias (CHA é muito freqüente no centro de tratamento intensivo (CTI, mas as conseqüências da anemia nos pacientes gravemente enfermos ainda são obscuras. Os objetivos desse estudo foram avaliar a freqüência, as indicações, os limiares transfusionais e o prognóstico dos pacientes criticamente enfermos que receberam CHA. MÉTODO: Estudo prospectivo de coorte realizado no CTI médico-cirúrgico de um Hospital Universitário durante 16 meses. Foram coletados dados demográficos, clínicos e os relacionados a transfusão de CHA. Regressão logística binária foi utilizada após as análises univariadas. RESULTADOS: Dos 698 pacientes internados, 244 (35% foram transfundidos com CHA. Os pacientes clínicos e em pós-operatório de urgência foram mais transfundidos. Os limiares transfusionais foram: hematócrito = 22,8% ± 4,5% e hemoglobina = 7,9 ± 1,4 g/dL. Os pacientes transfundidos receberam em média 4,4 ± 3,7 CHA e apresentaram maior letalidade no CTI (39,8% versus 13,2%; p 5 unidades e escore SAPS II. CONCLUSÕES: A transfusão de CHA é freqüente no CTI, particularmente nos pacientes internados por problemas clínicos e após cirurgias de emergência, com internação prolongada, em VM e com cirrose hepática. O limiar transfusional observado foi mais baixo que aquele assinalado pela literatura. A transfusão de CHA foi associada com maior letalidade.BACKGROUND AND OBJECTIVES: Packed red blood cell (PRBC transfusion is frequent in intensive care unit (ICU. However, the consequences of anemia in ICU patients are poorly understood. Our aim was to evaluate the prevalence, indications, pre-transfusion hematocrit and hemoglobin levels, and outcomes of ICU patients transfused with PRBC. METHODS: Prospective cohort study conducted at a medical-surgical ICU of a teaching hospital during a 16-month period. Patients' demographic, clinical, laboratory and transfusion-related data were collected. Logistic regression was used after univariate analyses. RESULTS: A total of 698 patients were evaluated and 244 (35% received PRBC, mainly within the first four days of ICU (82.4%. Transfusion was more frequent in medical and emergency surgical patients. The mean pre-transfusion hematocrit and hemoglobin were 22.8% ± 4.5% and 7.9 ± 1.4 g/dL, respectively. Transfused patients received 4.4 ± 3.7 PRBC during ICU stay and 2.2 ± 1 PRBC at each transfusion. The ICU (39.8% versus 13.2%; p < 0.0001 and hospital (48.8% versus 20.3%; p < 0.0001 mortality rates were higher in transfused patients. Mortality increased as the number of transfused PRBC increased (R² = 0.91. In logistic regression, predictive factors for PRBC transfusion were hepatic cirrhosis, mechanical ventilation (MV, type and duration of ICU admission, and hematocrit. The independent factors associated to hospital mortality were MV, transfusions of more than five PRBC and SAPS II score. CONCLUSIONS: PRBC transfusions are frequent in ICU patients, especially in those with medical and emergency surgical complications, longer ICU stay, and hepatic cirrhosis and in need of MV. Pre-transfusion hemoglobin levels were lower than those previously reported. In our study, PRBC transfusion was associated with increased mortality.

  17. Assistência multiprofissional em unidade de terapia intensiva ao paciente portador de síndrome de Prader-Willi: um enfoque odontológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Santiago Setti

    2012-03-01

    Full Text Available A síndrome de Prader-Willi (SPW é uma doença neurocomportamental genética que afeta o desenvolvimento da criança, resultando em obesidade, estatura reduzida, hipotonia, distúrbios endócrinos e déficit cognitivo que podem comprometer a integridade da cavidade oral. O presente estudo tem como finalidade apresentar um caso de paciente branco, masculino, 15 anos de idade portador da referida síndrome cujo exame clínico intra-oral evidenciou presença de placa bacteriana, gengivite, má-oclusão, salivação viscosa e múltiplas lesões ulceradas em lábio, mucosa jugal, gengiva inserida, dorso e ventre lingual e lesões papulares ulceradas em borda lateral da língua. Após realização de biópsia excisional, foi constatada a presença de lesão herpética em cavidade oral e lesões cutâneas típicas do herpes que foram associadas a possível causa de encefalite herpética. Assim, observou-se que grande parcela dos efeitos deletérios da SPW podem ser amenizados com o diagnóstico correto e intervenções terapêuticas e educacionais precoces, sendo importante a atuação de uma equipe multiprofissional integrada e o desenvolvimento de protocolos assistenciais para melhor manejo dos pacientes portadores da síndrome de Prader-Willi.

  18. Análise das condições potencialmente ameaçadoras de vida de mulheres em unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alana Santos Monte

    2017-01-01

    Full Text Available Objective: to describe the main potentially life threatening conditions of women hospitalized in a maternal intensive care unit and their association with sociodemographic and obstetric variables. Methods: a crosssectional epidemiological study was carried out with 560 women admitted to an Intensive Care Unit. Results: the most prevalent conditions were: use of blood products and severe preeclampsia/eclampsia. There was a statistical association between women from the metropolitan region, in the age group of 20 to 34 years and who had previously given birth. Mothers who had a potentially life threatening condition presented a higher chance of having a child with Apgar <7 in the fifth minute and weigh of less than 1,500g. Conclusion: the use of blood products prevailed, followed by severe preeclampsia and eclampsia. A strong relation was identified between the origin, parity and potentially life threatening conditions, as well as between these and negative perinatal outcomes.

  19. Efeito do "horário do soninho" para redução de ruído na unidade de terapia intensiva neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Ribeiro dos Santos

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar e comparar os Níveis de Pressão Sonora (NPS no interior das incubadoras de UTIN com e sem a intervenção dos "horários do soninho". Métodos: Pesquisa quantitativa, descritiva realizada em UTIN de um hospital universitário. Utilizou-se dosímetro Quest 400 para a coleta de dados. A amostra constituiu-se de 261 horas de registros. Resultados: Os resultados indicam que nos horários determinados para a intervenção, os maiores níveis de pressão sonora equivalente médio (Leqmédio foram 58,5 dBA na sala A e 53,1 dBA na B, fora desses períodos obteve-se um nível de ruído contínuo equivalente médio (Leqmédio de 79,7 e 74,3 dBA, respectivamente. Conclusão: Nos períodos de intervenção os NPS estão em consonância ao recomendado pelos órgãos regulamentadores o que reforça a efetividade do "horário do soninho", porém os resultados demonstram a necessidade de melhorar o perfil acústico do micro e macro ambiente do neonato, visto que funcionam como um sistema interrelacionado.

  20. Tecnologia móvel à beira do leito: processo de enfermagem informatizado em terapia intensiva a partir da cipe 1.0®

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Couto Carvalho Barra

    2010-01-01

    Full Text Available Producción tecnológica e investigación metodológica basada en la evidencia que tuvo por objeto evaluar, con los enfermeros de las Unidades de Cuidados Intensivos, los criterios de Ergonomía y Usabilidad de los sistemas computadorizados del Proceso de Enfermería desarrollado en un dispositivo tecnológico móvil, a partir de la Clasificación Internacional para las Prácticas de Enfermería versión 1.0. El estudio se realizó de mayo a junio de 2008 con 13 evaluadores. Los datos se analizaron mediante el establecimiento de promedios y fueron considerados a partir de la Clasificación Internacional para las Prácticas de Enfermería y de las evidencias de los estudios en el área. La investigación muestra que el sistema tiene criterios de Ergonomía y Usabilidad que están de acuerdo con la Organización Internacional de Patrones de Sistemas. El sistema desarrollado tiene aplicación práctica ya que permite evaluar, intervenir y gestionar la prestación de cuidados de enfermería proporcionando una mayor seguridad, el conocimiento y la participación de los enfermeros con las necesidades del paciente en la cabecera del lecho.

  1. Terapia familiar en los trastornos de personalidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Rodríguez Moya

    2013-06-01

    Full Text Available La enfermedad mental afecta no solo al paciente sino también a su familia, dificulta la comunicación intrafamiliar, puede generar patologías adicionales en los familiares y todo ello empeorar la evolución del trastorno. Las terapias familiares de tipo psicoeducativo mejoran el pronóstico de la enfermedad y además previenen la aparición de otros trastornos en los familiares. Los elementos más importantes de estas intervenciones son la psicoeducación sobre el trastorno, el re-establecimiento de una relación sana entre paciente-familia, el establecimiento de límites, la mejora de la comunicación familiar y el establecimiento de relaciones con la red social extensa, para evitar el aislamiento tanto de la familia como del paciente. Las intervenciones mixtas, individuales y familiares, han demostrado ser muy útiles en el caso de los trastornos de personalidad, en concreto en el Trastorno Límite de Personalidad (TLP.

  2. Treatment of asymptomatic UTI in older delirious medical in-patients: A prospective cohort study.

    Science.gov (United States)

    Dasgupta, Monidipa; Brymer, Chris; Elsayed, Sameer

    2017-09-01

    Despite clinical practice guidelines, asymptomatic bacteriuria (ASB) in older people is frequently treated. A common reason for treating ASB is a change in mental status. To determine how often asymptomatic UTI is treated in older medically ill delirious individuals and its association with functional recovery. Consecutive older medical in-patients were screened for delirium, and followed in hospital. Treatment for asymptomatic UTI was defined as documented treatment for a possible urinary tract infection with antibiotics, without concurrent infectious or urinary symptoms. The primary outcome was functional recovery at discharge or 3 months post-discharge. Poor functional recovery was defined by any one of death, new permanent long-term institutionalization or decreased ability to perform activities of daily living. The study sample comprised 343 delirious in-patients, of which 237 (69%) had poor functional recovery. Ninety two (27%) delirious in-patients were treated for asymptomatic UTI. Treatment for asymptomatic UTI was associated with poor functional recovery compared to other delirious in-patients (RR 1.30, 95% CI: 1.14-1.48 overall). Similar results were seen when the analysis was restricted to only bacteriuric delirious individuals. Seven (7.5%) individuals treated for asymptomatic UTI developed Clostridium difficile infection compared to eight (3.2%) in the remainder of the delirious cohort (OR 2.45, 95% CI: 0.86-6.96). These results suggest that treatment of asymptomatic UTI in older medical in-patients with delirium is common, and of questionable benefit. Further research is needed to establish guidelines to minimize over-treatment of UTI in older delirious in-patients. Copyright © 2017 Elsevier B.V. All rights reserved.

  3. El Uso terapéutico del self como herramienta en Terapia Ocupacional

    OpenAIRE

    Pérez Corrales, Jorge

    2014-01-01

    V Jornadas de actualización en terapia ocupacional: Formación continuada en terapia ocupacional, celebradas en la Universidad Rey Juan Carlos campus de Alcorcón en 2014. Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Rehabilitación y Medicina Física

  4. Terapias creativas en la unidad de hospitalización breve psiquiátrica

    OpenAIRE

    Asensio, Carmen

    2014-01-01

    V Jornadas de actualización en terapia ocupacional: Formación continuada en terapia ocupacional, celebradas en la Universidad Rey Juan Carlos campus de Alcorcón en 2014. Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Rehabilitación y Medicina Física

  5. Whole-genome comparison of urinary pathogenic Escherichia coli and faecal isolates of UTI patients and healthy controls

    DEFF Research Database (Denmark)

    Nielsen, Karen Leth; Stegger, Marc; Kiil, Kristoffer

    2017-01-01

    The faecal flora is a common reservoir for urinary tract infection (UTI), and Escherichia coli (E. coli) is frequently found in this reservoir without causing extraintestinal infection. We investigated these E. coli reservoirs by whole-genome sequencing a large collection of E. coli from healthy...... controls (faecal), who had never previously had UTI, and from UTI patients (faecal and urinary) sampled from the same geographical area. We compared MLST types, phylogenetic relationship, accessory genome content and FimH type between patient and control faecal isolates as well as between UTI and faecal......-only isolates, respectively. Comparison of the accessory genome of UTI isolates to faecal isolates revealed 35 gene families which were significantly more prevalent in the UTI isolates compared to the faecal isolates, although none of these were unique to one of the two groups. Of these 35, 22 belonged...

  6. Urinary tract infection (UTI) in newborns: risk factors, identification and prevention of consequences.

    Science.gov (United States)

    Milas, Vesna; Puseljić, Silvija; Stimac, Maja; Dobrić, Hana; Lukić, Gordana

    2013-09-01

    The aim of the study is identification of urinary tract infections (UTI) and urinary tract anomalies (UTA) already in the perinatal period. The authors attempted to prevent serious consequences of the above conditions in the examined children. Family history data, certain conditions in pregnancy and appertaining symptoms in children were elaborated to specify selective distinctive criteria for children at risk. Newborns (1200) were selected for potential existence of a UTI. All the examined newborns underwent a urinalysis. Those with significant bacteriuria were taken urine specimens, C-reactive protein (RVP), Complete Blood Count (CBC) and bilirubin. The newborns with a UTI and a suspected UTA were sent to ultrasound examination, direct radio nuclide cystography and Tc99m MAG3 dynamic scanning. The frequency of a UTI in the perinatal period amounted to 4.5%. A UTA was found in 29.6% of the examinees. The infection was more likely to appear among newborns with a UTA in their families, a UTI, pre-eclampsia and a febrile infection in mother, intrauterine growth retardation, premature rupture of membranes (RVP), umbilical cord strangulation, jaundice, cyanosis, breathing difficulties, seizures and asphyxia.

  7. Two-Step Process for ED UTI Screening in Febrile Young Children: Reducing Catheterization Rates.

    Science.gov (United States)

    Lavelle, Jane M; Blackstone, Mercedes M; Funari, Mary Kate; Roper, Christine; Lopez, Patricia; Schast, Aileen; Taylor, April M; Voorhis, Catherine B; Henien, Mira; Shaw, Kathy N

    2016-07-01

    Urinary tract infection (UTI) screening in febrile young children can be painful and time consuming. We implemented a screening protocol for UTI in a high-volume pediatric emergency department (ED) to reduce urethral catheterization, limiting catheterization to children with positive screens from urine bag specimens. This quality-improvement initiative was implemented using 3 Plan-Do-Study-Act cycles, beginning with a small test of the proposed change in 1 ED area. To ensure appropriate patients received timely screening, care teams discussed patient risk factors and created patient-specific, appropriate procedures. The intervention was extended to the entire ED after providing education. Finally, visual cues were added into the electronic health record, and nursing scripts were developed to enlist family participation. A time-series design was used to study the impact of the 6-month intervention by using a p-chart to determine special cause variation. The primary outcome measure for the study was defined as the catheterization rate in febrile children ages 6 to 24 months. The ED reduced catheterization rates among febrile young children from 63% to UTIs among those followed within the hospital's network. A 2-step less-invasive process for screening febrile young children for UTI can be instituted in a high-volume ED without increasing length of stay or missing cases of UTI. Copyright © 2016 by the American Academy of Pediatrics.

  8. [Imaging and follow-up of children with first febrile Urinary Tract Infection (UTI)].

    Science.gov (United States)

    Grossman, Zachi; Miron, Dan

    2009-10-01

    Urinary tract infection (UTI) in children might, in a minority of cases, cause renal scarring and permanent damage. Known risk factors for renal damage are: obstruction to urinary flow, vesicoureteric reflux and recurrent infections. The current recommendations for imaging and follow-up of children with first febrile UTI include renal ultrasound to rule out anatomic abnormalities, particularly obstruction, cystography for possible diagnosis of vesicoureteric reflux, and prophylactic antibiotic therapy to prevent recurrent infections in children with detected reflux. DMSA renal scanning for the detection of renal scars is recommended as part of the imaging protocol by some institutions. Recently, published data doubts the importance of the various imaging techniques, as well as the effectiveness of prophylactic antibiotic therapy. In the current review, the role of renal ultrasound is examined, especially with regards to familiar data from fetal ultrasound. The complex relationship between vesicoureteric reflux and renal scarring is presented, with the possible implications on the importance of performing routine cystography and DMSA scanning after UTI. Studies questioning the effectiveness of prophylactic antibiotic therapy emphasize the importance of rapid diagnosis and therapy of suspected recurrent UTI as the preferred approach to prevent renal damage. Imaging studies are only recommended for high risk groups and not as a routine following UTI.

  9. Terapia oclusiva em ambliopia: fatores prognósticos

    OpenAIRE

    Salata,Ana Carolina Fava; Villaça,Veridiana Toledo Nascimento; Roma,Renato Lopes; Norato,Denise Yvonne Janovitz; Carvalho,Keila Miriam Monteiro de

    2001-01-01

    Objetivos: Ambliopia é o defeito visual mais comum em crianças e por mais de 250 anos a terapia oclusiva vem sendo o melhor tratamento. Sendo assim, propusemo-nos a determinar os fatores que influenciam no sucesso do tratamento da ambliopia por terapia oclusiva em nosso meio. Métodos: Foi realizado um estudo retrospectivo com 169 crianças amblíopes atendidas no Ambulatório de Ambliopia do Hospital de Clínicas da UNICAMP, Campinas (SP), entre janeiro de 1996 e maio de 1998. A população atendid...

  10. Actitudes terapéuticas en terapia de pareja.

    OpenAIRE

    Rafael Manrique Solana

    1992-01-01

    El artículo expone diversas actitudes que un terapeuta puede desarrollar en la terapia con parejas. Estas actitudes pueden ser de dos tipos: 1. Aquellas actitudes generales que se han de sostener a lo largo de cualquier terapia. 2. Aquellas destinadas a establecer una adecuada relación terapéutica con la pareja. El conjunto de ambas actitudes permite establecer un marco de relación en el que la conversación terapéutica es posible.

  11. Incidência de infecção nosocomial causada por vírus respiratórios em uma unidade de cuidados intensivos e semi-intensivos neonatal.

    OpenAIRE

    GADELHA, C. S. E.

    2012-01-01

    O neonato, especialmente aquele nascido antes do termo, é mais suscetível às infecções. Existem poucos dados publicados sobre as infecções virais nosocomiais. no período neonatal e estes apresentam resultados discordantes. Objetivos: Determinar a incidência de infecção viral nosocomial em neonatos internados em uma unidade de terapia intensiva (UTI) e semi-intensiva, em Vitória, ES e realizar vigilância clínica quanto ao aparecimento de sintomas sugestivos desta infecção viral. Métodos: Trata...

  12. Application of uti possidetis juris principle in the process of determination of international borders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tubić Bojan

    2011-01-01

    Full Text Available Uti possidetis juris principle was basic rule in determining international borders in the period of decolonization. It was applied in Latin America and Africa, but also at the end of 20th century in the processes of dissolution of USSR, SFRY and Czechoslovakia. Uti possidetis juris principle is based on the presumption that former colonial administrative borders kept stability and territorial integrity. It was undoubtedly connected with the right of self-determination. It keeps the existing borders by preventing secession, but in that way it does not solve the problem of badly determined and disputed borders. The unclear foundations on which the borders were determined can be a source of chaos and indisputes, which was shown n some cases before the International Court of Justice. The dominant theory is that uti possidetis juris principle should be applied with certain limitations, in the period after decolonization as a basis for preserving the territorial integrity of postcolonial states.

  13. Beneficios de las terapias ecuestres. Estudio de caso: Asociación Hispalense de Terapias Ecuestres y la Herradura

    OpenAIRE

    González Prior, Marta

    2016-01-01

    En el ámbito de la diversidad funcional, son muchas las terapias que podemos encontrar como método de rehabilitación y de mejora de las áreas afectadas de este colectivo. La naturaleza y los animales, en nuestro caso los caballos, son los factores que diferencian las terapias ecuestres del resto, aportando multitud de beneficios, no sólo en el área física, sino también en áreas psicológicas y sociales. Numerosas investigaciones centran su objetivo en estudiar los beneficios en las personas qu...

  14. Laves phase UTi2 stabilized by hydrogen and its magnetic properties

    Science.gov (United States)

    Buturlim, V.; Havela, L.; Sowa, S.; Kim-Ngan, N.-. T. H.; Paukov, M.; Drozdenko, D.; Dopita, M.; Minarik, P.; Mašková, S.

    2018-05-01

    We describe basic magnetic properties of uranium-based hydrides UTi2Hx, reported in literature as a cubic Laves phase, although the UTi2 binary phase does not exist. Using a high-temperature hydrogenation, we successfully synthesized two types of such hydrides, presumably with different H concentrations, one with a smaller lattice parameter a = 850.3 pm, which is a paramagnet close to the verge of magnetic ordering, the other with a = 858.8 pm, with a ferromagnetic ground state and ordering temperature TC = 54 K.

  15. Terapia antiviral para VIH-SIDA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alicia Tarinas Reyes

    2000-12-01

    Full Text Available En los últimos años, muchos agentes antivirales nuevos han sido incorporados a la quimioterapéutica. En esta revisión se resumen tanto los fármacos establecidos de años atrás como los nuevos medicamentos desarrollados para el tratamiento de individuos infectados por VIH. El AZT fue el primero aprobado en marzo de 1987, le siguió el ddl (1991, ddC (1992, d4T (1994, 3TC (1995. Luego fue aprobado el primer inhibidor de proteasa, saquinavir en diciembre de 1995, seguido de ritonavir (1996, indinavir (1996, nelfinavir (1997; además de otros inhibidores de la reverso transcriptasa como nevirapine (1996, delavirdine (1997, efavirenz (1998, entre otros. En estos momentos se siguen buscando y desarrollando nuevas terapias alternativas para esta afección. En este trabajo se exponen algunas de las características de dichos medicamentos, como son: mecanismos de acción (sobre qué enzima actúa cada uno y cómo lo hacen, el ciclo viral, dosificación, incompatibilidades y reacciones adversas.During the last years many new antiviral agents have been incorporated to the chemotherapeutics. The pharmaceuticals established years ago as well as the new ones developed to treat HIV infected individuals are included in this review. The AZT was the first approved in March, 1987, followed by ddl (1991, ddc (1992, d4t (1994, and 3TC (1995. Later, the first protease inhibitor, saquinovir, was approved in December, 1995, followed by ritonavir (1996, indinavir (1996, and nelfinavir (1997; in addition to other inhibitors of the reverse transcriptase as neviparine (1996, delavirdine (1997, and efavirenz (1998, among others. At present new alternative therapies for this affection are being searched and developed. Some of the characteristics of these dugs, such as: action mechanisms (on which enzime each of them act and how they do it, viral cycle, dosage, incompatibilites and adverse reactions are dealt with in this paper.

  16. Triagem auditiva em recém-nascidos internados em UTI neonatal Hearing screening in a neonatal intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele M. L. Lima

    2006-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência de alterações auditivas em recém-nascidos internados na unidade de terapia intensiva e cuidados intermediários do serviço de neonatologia do Centro de Assistência Integral à Saúde da Mulher, Faculdade de Ciências Médicas, Universidade Estadual de Campinas, e analisar os fatores de risco associados. MÉTODOS: Foram avaliados 979 recém-nascidos no período de janeiro de 2000 a janeiro de 2003, utilizando-se a audiometria automática de tronco encefálico (AABR, com aparelho ALGO-2e color - Natus. O resultado foi considerado normal quando o recém-nascido apresentou resposta para 35 dBNA bilateralmente. Foi analisada a prevalência de AABR alterada e odds ratio com intervalo de confiança de 95% em análise bivariada. Para identificar os fatores de risco independentes para AABR alterada, foi feita análise múltipla com modelo de regressão logística. RESULTADOS: A prevalência de alteração no AABR foi de 10,2%, sendo 5,3% unilateral e 4,9% bilateral. Pela análise multivariada, observamos que: antecedente familiar (OR = 5,192; p = 0,016, malformação craniofacial (OR = 5,530; p OBJECTIVE: Investigate the prevalence of hearing impairment in newborns hospitalized at the Intensive and Intermediate Care Unit at the Women's Comprehensive Health Center Neonatology Service (UNICAMP and associated risk factors. METHODS: 979 newborn babies were assessed between January 2000 and January 2003, through automated auditory brainstem response (AABR (ALGO 2e color screener. The result was considered normal when the newborn showed response to a 35dBNA signal bilaterally. The prevalence of AABR impairment and the odds ratio were analyzed with a 95% confidence interval using bivariate analysis. To identify the independent risk factors for hearing alterations, multivariate analyses were used with logistic regression. RESULTS: The prevalence of AABR impairment was 10.2%, of which 5.3% was unilateral and 4.9% bilateral

  17. Três anos de avaliação das taxas de infecção nosocomial em UTI Tres años de evaluación de las tasas de infección nosocomial en UCI Three-year evaluation of nosocomial infection rates of the ICU

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Necla Dereli

    2013-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Avaliar a incidência de infecções nosocomiais associadas aos dispositivos invasivos permite comparar as infecções associadas aos cuidados em saúde (IACS entre as unidades de terapia intensiva (UTI de diferentes hospitais e unidades do mesmo hospital. MATERIAL E MÉTODOS: De janeiro de 2007 a dezembro de 2010, um estudo de vigilância retrospectivo foi realizado para identificar infecções nosocomiais, taxas de infecções relacionadas a dispositivos e agentes causadores na UTI de anestesiologia. As IACS foram definidas de acordo com os critérios do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC e as infecções relacionadas aos dispositivos invasivos definidas de acordo com os critérios do Sistema Nacional de Vigilância de Infecções Nosocomiais (NNIS. RESULTADOS: Durante dois anos, 939 pacientes em um universo de 7.892 pacientes/dia foram avaliados. As taxas de IACS foram de 53% em 2007, 29,15% em 2008, 28,85% em 2009 e 16,62% em 2010. A IACS mais comum foi infecção da corrente sanguínea. A taxa de infecção de tecido mole e pele foi a segunda. Entre os pacientes com infecções nosocomiais, os agentes causadores mais comuns foram Gram (- 56,68%, Gram (+ 31,02% e candidíase 12,3%. CONCLUSÕES: A incidência de IACS na UTI de nosso hospital foi alta, em comparação com as taxas turcas globais obtidas no Refik Saydam Center em 2007. Quando as taxas de infecções relacionadas aos dispositivos foram comparadas entre 2007 e 2008, foram maiores em 2007. A taxas de infecções relacionadas aos dispositivos em 2008 foram reduzidas abaixo da média nacional por causa das medidas de controle de infecção. Como a taxa de infecções relacionada ao cateter urinário ainda permanece alta, devemos exercer esforços contínuos para o controle das infecções.JUSTIfiCATIVA Y OBJETIVOS: La evaluación de la incidencia de las infecciones nosocomiales asociadas con los dispositivos invasivos, permite comparar las

  18. JST Thesaurus Headwords and Synonyms: UTI [MeCab user dictionary for science technology term[Archive

    Lifescience Database Archive (English)

    Full Text Available MeCab user dictionary for science technology term UTI 名詞 一般 * * * * 尿路感染症 ニョウロカンセンショウ ニョーロカンセンショー Thesaurus2015 200906091269258227 C LS51 UNKNOWN_1 UTI

  19. 5-Day versus 10-Day Course of Fluoroquinolones in Outpatient Males with a Urinary Tract Infection (UTI).

    Science.gov (United States)

    Mospan, Geoffrey A; Wargo, Kurt A

    Current guidelines classify urinary tract infections (UTIs) in males as complicated and recommend longer treatment than for UTIs in females. The objective of this study is to demonstrate that males with UTIs may be successfully treated with an outpatient 5-day course of levofloxacin. Data were obtained from a previously conducted clinical trial (www.clinicaltrials.gov identifier NCT00210886), a multicenter, double-blind, randomized, noninferiority study comparing levofloxacin 750 mg intravenously/by mouth once daily for 5 days and ciprofloxacin 400/500 mg intravenously/by mouth twice daily for 10 days in complicated UTI (cUTI). The current study was a post hoc, subgroup analysis of male and female subjects with cUTI. Subjects were stratified into groups based on sex and antibiotic received. The subjects were analyzed at the end of therapy (EOT) and post therapy (PT) for clinical success rates, defined as no further need for antimicrobial treatment. Totals of 427 patients (224 male, 203 female) and 350 patients (189 male, 161 female) were included in the modified intent-to-treat (mITT) population and microbiologically evaluable (ME) populations, respectively. Clinical success rates between males and females were not statistically different between antibiotic groups in either the mITT or ME populations at EOT or PT. This study demonstrates that males with UTI may be treated with a shorter course of antimicrobial therapy for UTI than previously recommended. © Copyright 2016 by the American Board of Family Medicine.

  20. The impact of therapeutic delay time on acute scintigraphic lesion and ultimate scar formation in children with first febrile UTI.

    Science.gov (United States)

    Oh, Mi Mi; Kim, Jin Wook; Park, Min Gu; Kim, Je Jong; Yoo, Kee Hwan; Moon, Du Geon

    2012-03-01

    We assessed the role of therapeutic delay time (TDT) in acute renal cortical scintigraphic lesion (ASL) and ultimate scar formation (USF) in children with first febrile UTI and whether it is affected by the presence of vesico-ureteral reflux (VUR). 230 children, 90 girls and 140 boys with first febrile UTI were included. Radiologic (USG, DMSA, and VCUG), clinical (age, gender, peak fever, therapeutic delay time) and laboratory (CBC with differential count, ANC (absolute neutrophil count), BUN, Creatinine, urine analysis, gram stain, culture, CRP and ESR) variables were analysed. DMSA was performed within 5 days and after six months. VCUG was performed after acute phase of UTI. The differences in TDT according to the presence of ASL, USF and VUR were assessed. And the correlation between ASL or USF with the duration of TDT was assessed. Of 230 patients enrolled, 142 patients had refluxing UTI and 88 patients had non-refluxing UTI. TDT was the risk factor associated with ASL and USF along with presence of VUR. TDT was longer in ASL positive group compared with the ASL negative group. Also USF group showed longer TDT compared with those without USF in both refluxing UTI and non refluxing UTI. The TDT was significantly shorter in USF group with the presence of VUR. Positive linear association was noted between prevalence of ASL and USF and duration of TDT. In conclusion, the impact of UTI on formation of USF may be enhanced by the presence of VUR with shorter duration of TDT.

  1. Awareness of antibiotic resistance and antibiotic prescribing in UTI treatment: a qualitative study among primary care physicians in Sweden.

    Science.gov (United States)

    Björkman, Ingeborg; Berg, Johanna; Viberg, Nina; Stålsby Lundborg, Cecilia

    2013-03-01

    To improve education and information for general practitioners in relation to rational antibiotic prescribing for urinary tract infection (UTI), it is important to be aware of GPs' views of resistance and how it influences their choice of UTI treatment. The aim of this study was to explore variations in views of resistance and UTI treatment decisions among general practitioners (GPs) in a county in Sweden. Qualitative, semi-structured interviews were analysed with a phenomenographic approach and content analysis. Primary care in Kronoberg, a county in southern Sweden. Subjects. A purposeful sample of 20 GPs from 15 of 25 health centres in the county. The variation of perceptions of antibiotic resistance in UTI treatment. How UTIs were treated according to the GPs. Three different ways of viewing resistance in UTI treatment were identified. These were: (A) No problem, I have never seen resistance, (B) The problem is bigger somewhere else, and (C) The development of antibiotic resistance is serious and we must be careful. Moreover, GPs' perceptions of antibiotic resistance were mirrored in how they reported their treatment of UTIs in practice. There was a hierarchal scale of how GPs viewed resistance as an issue in UTI treatment. Only GPs who expressed concerns about resistance followed prescribing guidelines completely. This offers valuable insights into the planning and most likely the outcome of awareness or educational activities aimed at changed antibiotic prescribing behaviour.

  2. Procalcitonin for the early prediction of renal parenchymal involvement in children with UTI: preliminary results.

    Science.gov (United States)

    Kotoula, Aggeliki; Gardikis, Stefanos; Tsalkidis, Aggelos; Mantadakis, Elpis; Zissimopoulos, Athanassios; Kambouri, Katerina; Deftereos, Savvas; Tripsianis, Gregorios; Manolas, Konstantinos; Chatzimichael, Athanassios; Vaos, George

    2009-01-01

    In order to establish the most reliable marker for distinguishing urinary tract infections (UTI) with and without renal parenchymal involvement (RPI), we recorded the clinical features and admission leukocyte count, erythrocyte sedimentation rate (ESR), C-reactive protein (CRP), and serum procalcitonin (PCT) in 57 children (including 43 girls) aged 2-108 months admitted with a first episode of UTI. RPI was evaluated by Tc-99m dimercaptosuccinic acid (DMSA) scintigraphy within 7 days of admission. To establish cut-off points for ESR, CRP, and PCT, we used receiver operating characteristics curves and compared the area under the curve for ESR, CRP, and PCT. Twenty-seven children were diagnosed as having RPI based on positive renal scintigraphy. A body temperature of >38 degrees C, a history of diarrhea, and poor oral intake were more common in patients with RPI. ESR, CRP, and PCT, but not leukocyte count, were significantly higher in patients with RPI (P UTI than ESR and CRP. Using a cut-off value of 0.85 ng/ml, PCT had the best performance, with sensitivity, specificity, and positive and negative predictive values of 89%, 97%, 96%, and 91% respectively. Serum PCT is a better marker than ESR, CRP, and leukocyte count for the early prediction of RPI in children with a first episode of UTI.

  3. Association of procalcitonin with acute pyelonephritis and renal scars in pediatric UTI.

    Science.gov (United States)

    Leroy, Sandrine; Fernandez-Lopez, Anna; Nikfar, Roya; Romanello, Carla; Bouissou, François; Gervaix, Alain; Gurgoze, Metin K; Bressan, Silvia; Smolkin, Vladislav; Tuerlinckx, David; Stefanidis, Constantinos J; Vaos, Georgos; Leblond, Pierre; Gungor, Firat; Gendrel, Dominique; Chalumeau, Martin

    2013-05-01

    Urinary tract infections (UTIs) are common childhood bacterial infections that may involve renal parenchymal infection (acute pyelonephritis [APN]) followed by late scarring. Prompt, high-quality diagnosis of APN and later identification of children with scarring are important for preventing future complications. Examination via dimercaptosuccinic acid scanning is the current clinical gold standard but is not routinely performed. A more accessible assay could therefore prove useful. Our goal was to study procalcitonin as a predictor for both APN and scarring in children with UTI. A systematic review and meta-analysis of individual patient data were performed; all data were gathered from children with UTIs who had undergone both procalcitonin measurement and dimercaptosuccinic acid scanning. A total of 1011 patients (APN in 60.6%, late scarring in 25.7%) were included from 18 studies. Procalcitonin as a continuous, class, and binary variable was associated with APN and scarring (P children who had APN during the early stages of UTI, as well as those with late scarring.

  4. Deliberate Establishment of Asymptomatic Bacteriuria-A Novel Strategy to Prevent Recurrent UTI.

    Science.gov (United States)

    Wullt, Björn; Svanborg, Catharina

    2016-07-29

    We have established a novel strategy to reduce the risk for recurrent urinary tract infection (UTI), where rapidly increasing antibiotic resistance poses a major threat. Epidemiologic studies have demonstrated that asymptomatic bacteriuria (ABU) protects the host against symptomatic infections with more virulent strains. To mimic this protective effect, we deliberately establish ABU in UTI-prone patients, who are refractory to conventional therapy. The patients are inoculated with Escherichia coli (E. coli) 83972, now widely used as a prototype ABU strain. Therapeutic efficacy has been demonstrated in a placebo-controlled trial, supporting the feasibility of using E. coli 83972 as a tool to prevent recurrent UTI and, potentially, to outcompete antibiotic-resistant strains from the human urinary tract. In addition, the human inoculation protocol offers unique opportunities to study host-parasite interaction in vivo in the human urinary tract. Here, we review the clinical evidence for protection using this approach as well as some molecular insights into the pathogenesis of UTI that have been gained during these studies.

  5. Micturating cystourethrogram as a tool for investigating UTI in children - An institutional audit.

    Science.gov (United States)

    Hua, L; Linke, R J; Boucaut, H A P; Khurana, S

    2016-10-01

    Micturating cystourethrograms (MCUG) are the gold standard for evaluating vesicoureteric reflux (VUR). There is a growing consensus for increasing the threshold for performing MCUGs following urinary tract infections (UTI) in children. There are several varying guidelines. It is important to detect high-grade reflux in the setting of an UTI because of potential long-term complications. This audit aimed to retrospectively: (1) identify the conformance rate of local guidelines at the Women's and Children's Hospital (WCH); (2) assess predictors for an abnormal MCUG; and (3) compare local guidelines against the Royal Children's Hospital, Melbourne (RCH), National Institute for Healthcare and Excellence (NICE), and American Academy of Pediatrics (AAP) guidelines for selectively detecting high-grade reflux. The number of MCUGs performed from 2008 to 2012 at the WCH radiology department was collected. Patients undergoing MCUG during the 2012 calendar year were identified. Only children having an initial MCUG as part of an UTI investigation with prerequisite imaging as per guidelines were included. Each child's age, sex, referral source, reason, renal ultrasound (RUS) prior to the MCUG, MCUG result and VUR grade were recorded. The WCH guidelines were applied to determine conformance, to evaluate predictors for an abnormal MCUG, and compared against other retrospectively applied guidelines (RCH, NICE, AAP). There was complete data for 168 children who underwent MCUG as part of an UTI investigation (median age 0.79 years, range 0.12-8.74, male:female 67:101). There were 67/168 abnormal MCUGs (62 children with VUR, five bladder diverticulum), and 97 refluxing renal units (43 high-grade VUR units). No posterior urethral valves (PUV) were identified as part of the UTI investigation. A total of 143/168 patients had prior RUS (normal:abnormal 67:76). The WCH guidelines had 82% conformance. There was no statistically significant association between an abnormal MCUG and age, sex

  6. Association between UTI and urinary tract abnormalities: a case-control study in Erbil City/Iraq.

    Science.gov (United States)

    AlKhateeb, N E; Al Azzawi, S; Al Tawil, N G

    2014-12-01

    To determine the proportion of ultrasound abnormalities of the urinary system between two groups of children: affected with urinary tract infection (UTI) and unaffected (control). Further, to determine the most common microorganisms causing UTI in those children with urinary tract abnormalities. A case-control study was carried out in Erbil, Iraq between September and December 2012. Ultrasound examinations were carried out on 64 children affected with UTI and on 64 unaffected with UTI (control) in order to detect differences, in the presence of abnormalities, in the urinary tract between the two groups. A majority (59.4%) of children affected with UTI had ultrasound abnormalities, compared with 26.6% of the control group (PUTI were female, compared with 25% who were male (PUTI were found to have ultrasound abnormalities. E. coli was the most common causative pathogen for children with or without ultrasound abnormalities. Copyright © 2014 Journal of Pediatric Urology Company. Published by Elsevier Ltd. All rights reserved.

  7. A bacterial interference strategy for prevention of UTI in persons practicing intermittent catheterization.

    Science.gov (United States)

    Prasad, A; Cevallos, M E; Riosa, S; Darouiche, R O; Trautner, B W

    2009-07-01

    Non-randomized pilot trial. To determine whether Escherichia coli 83972-coated urinary catheters in persons with spinal cord injury (SCI) practicing an intermittent catheterization program (ICP) could (1) achieve bladder colonization with this benign organism and (2) decrease the rate of symptomatic urinary tract infection (UTI). Outpatient SCI clinic in a Veterans Affairs hospital (USA). Participants had neurogenic bladders secondary to SCI, were practicing ICP, had experienced at least one UTI and had documented bacteruria within the past year. All participants received a urinary catheter that had been pre-inoculated with E. coli 83972. The catheter was left in place for 3 days and then removed. Participants were followed with urine cultures and telephone calls weekly for 28 days and then monthly until E. coli 83972 was lost from the urine. Outcome measures were (1) the rate of successful bladder colonization, defined as the detection (>or=10(2) cfu ml(-1)) of E. coli 83972 in urine cultures for >3 days after catheter removal and (2) the rate of symptomatic UTI during colonization with E. coli 83972. Thirteen participants underwent 19 insertions of study catheters. Eight participants (62%) became successfully colonized for >3 days after catheter removal. In these 8 participants, the rate of UTI during colonization was 0.77 per patient-year, in comparison with the rate of 2.27 UTI per patient-year before enrollment. E. coli 83972-coated urinary catheters are a viable means of achieving bladder colonization with this potentially protective strain in persons practicing ICP.

  8. Validation of intensive care unit-acquired infection surveillance in the Italian SPIN-UTI network.

    Science.gov (United States)

    Masia, M D; Barchitta, M; Liperi, G; Cantù, A P; Alliata, E; Auxilia, F; Torregrossa, V; Mura, I; Agodi, A

    2010-10-01

    Validity is one of the most critical factors concerning surveillance of nosocomial infections (NIs). This article describes the first validation study of the Italian Nosocomial Infections Surveillance in Intensive Care Units (ICUs) project (SPIN-UTI) surveillance data. The objective was to validate infection data and thus to determine the sensitivity, specificity, and positive and negative predictive values of NI data reported on patients in the ICUs participating in the SPIN-UTI network. A validation study was performed at the end of the surveillance period. All medical records including all clinical and laboratory data were reviewed retrospectively by the trained physicians of the validation team and a positive predictive value (PPV), a negative predictive value (NPV), sensitivity and specificity were calculated. Eight ICUs (16.3%) were randomly chosen from all 49 SPIN-UTI ICUs for the validation study. In total, the validation team reviewed 832 patient charts (27.3% of the SPIN-UTI patients). The PPV was 83.5% and the NPV was 97.3%. The overall sensitivity was 82.3% and overall specificity was 97.2%. Over- and under-reporting of NIs were related to misinterpretation of the case definitions and deviations from the protocol despite previous training and instructions. The results of this study are useful to identify methodological problems within a surveillance system and have been used to plan retraining for surveillance personnel and to design and implement the second phase of the SPIN-UTI project. Copyright 2010 The Hospital Infection Society. Published by Elsevier Ltd. All rights reserved.

  9. Top-down approach is possible strategy for predicting breakthrough fUTIs and renal scars in infants.

    Science.gov (United States)

    Kawai, Shina; Kanai, Takahiro; Hyuga, Taiju; Nakamura, Shigeru; Aoyagi, Jun; Ito, Takane; Saito, Takashi; Odaka, Jun; Furukawa, Rieko; Aihara, Toshinori; Nakai, Hideo

    2017-07-01

    Acute-phase technetium-99 m dimercaptosuccinic acid (DMSA) scintigraphy is recommended for initial imaging in children with febrile urinary tract infection (fUTI). Recently, the importance of identifying patients at risk of recurrent fUTI (r-fUTI) has been emphasized. To clarify the effectiveness of DMSA scintigraphy for predicting r-fUTI in infants, we investigated the relationship between defects on DMSA scintigraphy and r-fUTI. Seventy-nine consecutive infants (male: female, 60:19) with fUTI were enrolled in this study. DMSA scintigraphy was performed in the acute phase, and patients with defect underwent voiding cystourethrography and chronic-phase (6 months later) DMSA scintigraphy. Patients were followed on continuous antibiotic prophylaxis (CAP). Defects on acute-phase DMSA scintigraphy were observed in 32 children (40.5%) of 79. The mean follow-up observation period was 17.0 ± 10.1 months. Four patients had r-fUTI (5%). Two of them had defects on DMSA scintigraphy in both the acute phase and chronic phase, and had bilateral vesicoureteral reflux (VUR) grade IV. Two others had r-fUTI without defects on DMSA and did not have VUR. Twelve patients had defect on chronic-phase DMSA scintigraphy and four of them had no VUR. The top-down approach is a possible method for predicting r-fUTI in infants and does not miss clinically significant VUR. Also, given that the prevalence of r-fUTI was 5% regardless of the presence of defects on acute-phase DMSA, then, in conjunction with genital hygiene and CAP, acute-phase DMSA might be unnecessary if chronic-phase DMSA is performed for all patients to detect renal scar. © 2017 Japan Pediatric Society.

  10. Avaliação de potenciais interações medicamentosas em prescrições de pacientes internadas, em hospital público universitário especializado em saúde da mulher, em Campinas-SP

    OpenAIRE

    PRISCILA GAVA MAZZOLA

    2010-01-01

    Interação medicamentosa (IM) é um evento clínico em que os efeitos de um fármaco são alterados pelo uso concomitante ou anterior de outro fármaco, alimento ou bebida. O estudo teve como objetivo identificar IM em prescrições da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Alojamento Conjunto (AC). Foram avaliadas 36 prescrições da UTI e 271 do AC. As IM foram listadas como graves, moderadas e menores. A base utilizada foi o site Drugs. Identificou-se 105 interações graves, 17...

  11. Necessidade de cuidados intensivos em maternidade pública terciária Necessity of intensive care in a tertiary public maternity hospital

    OpenAIRE

    Marcello Braga Viggiano; Mauricio Guilherme Campos Viggiano; Eduardo de Souza; Luiz Camano

    2004-01-01

    OBJETIVOS: avaliar os aspectos epidemiológicos e os relacionados ao parto de gestantes e puérperas transferidas para unidades de terapia intensiva (UTI's) e a freqüência com que estas pacientes necessitam de cuidados intensivos. MÉTODOS: estudo observacional e descritivo das transferências obstétricas para UTI's, entre janeiro de 1999 e dezembro de 2001. A análise incluiu as seguintes variáveis: idade materna, paridade, indicações obstétricas e não-obstétricas para as transferências, momento ...

  12. Reassessing the utility of routine urine culture with urodynamics: UTI incidence and risk factors.

    Science.gov (United States)

    Snow-Lisy, Devon C; Halline, Christopher; Johnson, Emilie K; Diaz-Saldano, Dawn; Meyer, Theresa; Yerkes, Elizabeth B

    2017-08-01

    There is no consensus regarding use of periprocedural antibiotics or routine urine cultures during urodynamics study (UDS) in children. At our hospital, we historically have obtained urine cultures during UDS. However, even with positive cultures, few patients require treatment. Most are successfully managed with increased hydration and frequent bladder emptying. To evaluate clinical characteristics, antibiotic treatment, and outcomes in patients undergoing UDS to identify (1) risk factors for urinary tract infection (UTI) after UDS, and (2) patients who may benefit from routine urine culture. Retrospective review of 769 patients who underwent 1057 UDS between January 2013 and January 2015. Positive urine culture was defined as ≥10 4 colony forming units/ml. Afebrile UTI was defined as new symptoms within 7 days. Febrile UTI was new symptoms with fever (≥38.5 °C). Fisher's exact test was used for comparative analyses. Nearly all patients had a urine culture taken immediately prior to UDS (94%, 993/1057). Patients on clean intermittent catheterization (CIC) were more likely to be on pre-UDS antibiotics, 22.8% (106/464) vs. 17.9% of those not on CIC (106/593) (p = 0.04). Of patients who had a urine culture, it was positive in 40% (402/993) with more positive cultures in patients on CIC vs. not (72.0%, 316/439 vs. 15.5%, 86/554, p UTI included clinical UTI within 30 days before UDS, immunosuppression, overnight Foley catheter use, febrile UTI as indication, and symptoms on day of procedure (Table). Fifteen patients (1.4%, 95% confidence interval 0.7-2.1%) developed a clinical/possible post-UDS UTI, of which 40% (6/15) were febrile, with one requiring hospitalization. Of patients with post-UDS UTIs, 33% (5/15) had negative cultures at the time of UDS. If urine cultures were obtained selectively based on our study findings, 78% of pre-UDS urine cultures could be eliminated, while "missing" clinically relevant cultures in only 0.4% (4/1057). Study limitations

  13. Representação social de pais sobre o filho prematuro na unidade de terapia intensiva neonatal Representación social de los padres sobre el hijo prematuro en la unidad de terapia intensiva neonatal Social representation of fathers regarding their premature child in the neonatal intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jovanka Bittencourt Leite de Carvalho

    2009-10-01

    Full Text Available Pesquisa qualitativaa que teve como objetivo conhecer a representação social do pai diante do filho prematuro. Os dados foram coletados no período de maio a junho de 2008 por meio de entrevista semi-estruturada, junto a 17 pais cujos filhos prematuros estavam internados na UTIN de duas instituições públicas de natal-RN. Os depoimentos foram tratados e analisados com base na teoria das representações sociais (TRS. Os resultados revelaram que os pais ao estarem com seus filhos internados vivenciam emoções que são traduzidas por medo, angústia, ansiedade, solidão e se entremeiam a fé, alegria e esperança. Para o pai a UTIN representa um ambiente assustador, mas necessário aos cuidados especializados requeridos pelas condições do recém nascido prematuro.Investigación cualitativa tiene como objetivo conocer la representación social del padre frente del hijo prematuro. Los datos fueron tomados en el periodo de mayo a junio de 2008 mediante entrevista semi-estructurada a 17 padres con hijos prematuros internados en la UTIN de dos instituciones públicas de Natal-RN. Las declaraciones fueron tratadas y analizadas con base en la teoría de las representaciones sociales (TRS. Los resultados revelaron que los padres al acompañar a sus hijos internados viven emociones que se traducen en miedo, angustia, ansiedad, soledad y se entreveran con fe, alegría y esperanza. Para el padre la UTIN representa un ambiente amedrentador, pero necesario.Qualitative study that aimed at understanding the social representation of a parent with a premature child. The data were collected between May and June 2008, in a semi-structured interview with 17 parents whose premature children were hospitalized in the NICU of two public institutions in Natal, Brazil. The reports were analyzed based on the Social Representations Theory (SRT. The results reveal that the hospitalization of their children causes parents to experience emotions of fear, anguish, anxiety, loneliness interspersed with those of faith, joy and hope. For a parent the NICU is a frightening environment, albeit necessary for the specialized care that the conditions of the premature newborn require.

  14. TERAPIA DE INTERACCIÓN PADRES-HIJOS (PCIT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Ferro García

    2014-09-01

    Full Text Available La Terapia de Interacción Padres-Hijos (PCIT es una terapia breve para tratar los problemas de conducta en la infancia. Es un tratamiento que está demostrado válido empíricamente y puede ser considerada como un tratamiento bien establecido para tratar conductas problema en la infancia según las normas de la APA. Este trabajo expone sus características principales, sus componentes clínicos, y los factores que afectan a la efectividad. Hace una revisión de la literatura existente de las investigaciones sobre su efectividad y eficacia. También, se exponen las últimas adaptaciones en diferentes contextos, formatos, problemas y distintas poblaciones.

  15. Princípios de terapia génica

    OpenAIRE

    Reverter Velasco, Naiara

    2016-01-01

    Podríamos definir la terapia génica como la introducción de un gen foráneo en el ser humano con fines terapéuticos. La terapia génica comenzó a ser utilizada en el ser humano a principios de los años 90 y en los últimos años ha empezado a dar sus frutos. Se trata de un tratamiento principalmente experimental, aunque ya han comenzado a comercializarse algunos de sus productos. Este campo de la investigación ha generado y aún genera mucha controversia, generalmente por incomprensión de los prin...

  16. Prevalence of urinary tract infection (UTI) in sequential acutely unwell children presenting in primary care: exploratory study.

    Science.gov (United States)

    O'Brien, Kathryn; Stanton, Naomi; Edwards, Adrian; Hood, Kerenza; Butler, Christopher C

    2011-03-01

    Due to the non-specific nature of symptoms of UTI in children and low levels of urine sampling, the prevalence of UTI amongst acutely ill children in primary care is unknown. To undertake an exploratory study of acutely ill children consulting in primary care, determine the feasibility of obtaining urine samples, and describe presenting symptoms and signs, and the proportion with UTI. Exploratory, observational study. Four general practices in South Wales. A total of 99 sequential attendees with acute illness aged less than five years. UTI defined by >10(5) organisms/ml on laboratory culture of urine. Urine samples were obtained in 75 (76%) children. Three (4%) met microbiological criteria for UTI. GPs indicated they would not normally have obtained urine samples in any of these three children. However, all had received antibiotics for suspected alternative infections. Urine sample collection is feasible from the majority of acutely ill children in primary care, including infants. Some cases of UTI may be missed if children thought to have an alternative site of infection are excluded from urine sampling. A larger study is needed to more accurately determine the prevalence of UTI in children consulting with acute illness in primary care, and to explore which symptoms and signs might help clinicians effectively target urine sampling.

  17. Tendencias actuales y futuras de la terapia de familias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Almagro Domínguez

    1996-06-01

    Full Text Available Se exponen brevemente la situación actual y las perspectivas de la terapia familiar a partir de la información obtenida en el Séptimo Congreso de IFTA (International Family Therapy Association, celebrado en Guadalajara, México, en Octubre de 1995. Los criterios actuales abarcan desde el ciclo vital y las técnicas nuevas, hasta el tratamiento familiar del SIDA y el cáncer. El futuro se considera, en general, promisorio para estas terapias. Se habla de relacionar diagnósticos, enseñanza integrada a planes de estudio y entrenamiento de personal comunitario; todo ello como perspectiva de la terapia de familiasThe present situation and the outlooks of family therapy based on the information obtained at the 7th Congress of the International Family Therapy Association, held in Guadalajara, Mexico, in October, 1995, are briefly explained. New criteria embrace from the vital cycle and the new techniques to the family treatment of AIDS and cancer. In general, the future is considered as promising for these therapies. It is talked about relating diagnoses, integrating teaching to curricula, and training community personal; all of it as a prospect of family therapy.

  18. Terapia comportamental cognitiva: uma comparação entre perspectivas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachel Rodrigues Kerbauy

    Full Text Available A Terapia Comportamental Cognitiva desenvolveu-se a partir de dados e maneiras de trabalhar da Terapia Cognitiva e da Terapia Comportamental. Essas origens e as várias influências parecem determinar maneiras diferentes de conduzir a terapia o que se procurou analisar neste trabalho. Optou-se pela apresentação do trabalho de três autores: Ellis, Beck e Meichembaum como representativos da área embora se reconheça que há diferenças entre algumas concepções e também unanimidade na explicação de comportamentos, especialmente emocionais.

  19. Varianti genetiche associate al rimodellamento inverso dopo terapia di resincronizzazione cardiaca

    OpenAIRE

    De Maria, Renata; Lunati, M.; Landolina, M.; Gasparini, M.; Schmitz, Boris; Sanzo, A.; Galimberti, P.; Campolo, J.; Parolini, M.; Brand, S.M.; Parodi, O.

    2011-01-01

    In pazienti con scompenso cardiaco cronico sistolico (HF) la terapia di resincronizzazione cardiaca (CRT) determina effetti favorevoli sulle dimensioni e la funzione ventricolare noti come rimodellamento inverso (RR).

  20. Intoxicaciones agudas graves en un servicio de medicina intensiva durante doce años

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Palazón Sánchez C

    2000-01-01

    Full Text Available Fundamento: Conocer la epidemiología de las intoxicaciones agudas graves en un servicio de medicina intensiva y evaluar el pronóstico de la PCR y mortalidad asociada a los distintos tóxicos Métodos: Estudio retrospectivo realizado en el servicio de medicina intensiva polivalente de 10 camas, ubicado en un Hospital General de adultos. Período de estudio 12 años. Revisión de las historias clínicas de las personas ingresadas en el servicio de medicina intensiva por intoxicaciones agudas graves. Se recogieron datos demográficos, existencia de PCR al ingreso, necesidad de VM, complicaciones de las intoxicaciones agudas graves y mortalidad de la serie. Se realizó un análisis global y por año de estudio. El tratamiento estadístico de los datos se realizó con el paquete SPSS mediante la "t" de Student o la "chi" cuadrado, considerando valores significativos si p<0,05 Resultados: Se han incluido 233 sujetos, de los que 130 fueron varones. La estancia media fue de 4 días. El 63% de los pacientes fueron menores de 40 años (p<0,05. La intoxicación más frecuente fue la medicamentosa debida a un solo producto (72%. La supervivencia tras la PCR fue del 40% (4/10. La mortalidad global se situó en el 5,6% (n=13, habiendo precisado el 92% de los sujetos que posteriormente murieron, VM en algún momento de su ingreso en la unidad de cuidados intensivos. Conclusiones: En nuestro medio, la intoxicación más frecuente es la medicamentosa. La mortalidad se muestra dependiente del carácter de voluntariedad, pero independiente del tipo de tóxico (medicamentoso o no. La PCR asociada a las intoxicaciones agudas graves tiene, en nuestra serie, un mejor pronostico que la asociada a otras patologías. La VM asociada a las intoxicaciones agudas graves tiene una mortalidad baja (15,7%

  1. The association between continuous antibiotic prophylaxis and UTI from birth until initial postnatal imaging evaluation among newborns with antenatal hydronephrosis.

    Science.gov (United States)

    Varda, B K; Finkelstein, J B; Wang, H-H; Logvinenko, T; Nelson, C P

    2018-05-29

    There is a lack of consensus regarding the use of continuous antibiotic prophylaxis (CAP) during the interval between birth and initial postnatal imaging in infants with a history of antenatal urinary tract dilation (AUTD). To determine the incidence of urinary tract infection (UTI), and the association between CAP use and UTI during the interval between birth and the first postnatal renal ultrasound (RUS) in infants with AUTD. A single-institution, retrospective cohort study of newborns with a history of AUTD. Infants undergoing RUS within 3 months of birth for an indication of 'hydronephrosis' between 2012 and 2014 were identified. A random sample of 500 infants was selected; six were excluded for concomitant congenital anomalies. Baseline patient (sex, race, insurance) and clinical characteristics (circumcision status, UTD risk score, receipt of CAP, UTI prior to RUS, age at UTI, and age at RUS) were collected via retrospective chart review. Descriptive statistics were calculated. To adjust for receipt of CAP, propensity score adjusted univariate logistic regression for UTI based on CAP status was performed. Among the 494 infants with AUTD, 157 (32%) received CAP. Infants with normal/low-risk UTD scores were less likely to receive CAP than those with medium/high-risk UTD (23% vs 77%; P UTI prior to imaging: six (1.8%) without CAP vs one (0.64%) with CAP (P = 0.44). The median age at UTI was 59 days (range 2-84); among those with UTI, initial imaging occurred significantly later (66 vs 28 days; P = 0.001). The propensity score adjusted odds of developing UTI with CAP (vs without) was 0.93 (95% CI 0.10-8.32; P = 0.95). The Summary Figure describes the infants with UTI. The incidence of UTI prior to initial neonatal imaging in newborns with AUTD was low. Use of CAP was not associated with UTI incidence after adjusting for UTD severity. Routine use of CAP in newborns with AUTD prior to initial imaging may be of limited benefit in most patients. Copyright

  2. Further investigation of confirmed urinary tract infection (UTI in children under five years: a systematic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cooper Julie

    2005-03-01

    Full Text Available Abstract Background Further investigation of confirmed UTI in children aims to prevent renal scarring and future complications. Methods We conducted a systematic review to determine the most effective approach to the further investigation of confirmed urinary tract infection (UTI in children under five years of age. Results 73 studies were included. Many studies had methodological limitations or were poorly reported. Effectiveness of further investigations: One study found that routine imaging did not lead to a reduction in recurrent UTIs or renal scarring. Diagnostic accuracy: The studies do not support the use of less invasive tests such as ultrasound as an alternative to renal scintigraphy, either to rule out infection of the upper urinary tract (LR- = 0.57, 95%CI: 0.47, 0.68 and thus to exclude patients from further investigation or to detect renal scarring (LR+ = 3.5, 95% CI: 2.5, 4.8. None of the tests investigated can accurately predict the development of renal scarring. The available evidence supports the consideration of contrast-enhanced ultrasound techniques for detecting vesico-ureteric reflux (VUR, as an alternative to micturating cystourethrography (MCUG (LR+ = 14.1, 95% CI: 9.5, 20.8; LR- = 0.20, 95%CI: 0.13, 0.29; these techniques have the advantage of not requiring exposure to ionising radiation. Conclusion There is no evidence to support the clinical effectiveness of routine investigation of children with confirmed UTI. Primary research on the effectiveness, in terms of improved patient outcome, of testing at all stages in the investigation of confirmed urinary tract infection is urgently required.

  3. Next-Generation Sequencing for Typing and Detection of ESBL and MBL E. coli causing UTI

    OpenAIRE

    Nabakishore Nayak; Mahesh Chanda Sahu

    2017-01-01

    Next-generation sequencing (NGS) has the potential to provide typing results and detect resistance genes in a single assay, thus guiding timely treatment decisions and allowing rapid tracking of transmission of resistant clones. We can be evaluated the performance of a new NGS assay during an outbreak of sequence type 131 (ST131) Escherichia coli infections in a teaching hospital. The assay will be performed on 100 extended-spectrum- beta-lactamase (ESBL) E. coli isolates collected from UTI d...

  4. Utility of screening ultrasound after first febrile UTI among patients with clinically significant vesicoureteral reflux.

    Science.gov (United States)

    Massanyi, Eric Z; Preece, Janae; Gupta, Angela; Lin, Susan M; Wang, Ming-Hsien

    2013-10-01

    To assess the sensitivity and negative predictive value (NPV) of screening renal and bladder ultrasound (RBUS) after initial febrile urinary tract infection (UTI) among patients with clinically significant vesicoureteral reflux (VUR). A retrospective review was performed of all children UTI between 2004 and 2011. The sensitivity and NPV of initial RBUS was calculated among patients who were found to have high-grade (IV-V) VUR. Additionally, initial RBUS among patients with evidence of photopenia on dimercaptosuccinic acid (DMSA) scan or who underwent surgical intervention were reviewed. One hundred forty-four patients with febrile UTI were identified; available RBUS, voiding cystourethrogram (VCUG), and DMSA results for each kidney were reviewed. One hundred fifty-eight kidneys had evidence of VUR on VCUG, and initial RBUS demonstrated abnormality in 25 (sensitivity 0.17). Forty-five kidneys had high-grade VUR and RBUS revealed abnormality in 16 (sensitivity 0.36). One hundred seventy-eight kidneys had no evidence of abnormality on initial RBUS, and 136 (76%) were found to have VUR (NPV 0.24), of which 31 had high-grade VUR (NPV 0.83). Seven kidneys had scarring on DMSA and initial RBUS was normal in 4 (57%). Twelve of 19 patients (63%) who eventually underwent surgical intervention had a normal initial RBUS. RBUS has poor sensitivity and NPV for detecting high-grade VUR in patients UTI. A significant number of patients who were diagnosed with high-grade VUR, renal scarring, or underwent surgical correction of VUR had a negative screening RBUS. Copyright © 2013 Elsevier Inc. All rights reserved.

  5. TLR-4 polymorphisms and leukocyte TLR-4 expression in febrile UTI and renal scarring.

    Science.gov (United States)

    Bayram, Meral Torun; Soylu, Alper; Ateş, Halil; Kızıldağ, Sefa; Kavukçu, Salih

    2013-09-01

    In this study, we aimed to determine the relation of TLR-4 Asp299Gly and Thr399Ile polymorphisms and monocyte/neutrophil TLR-4 expression to febrile urinary tract infection (UTI) and renal scar development in children. The study was performed in children with a history of febrile UTI. Patients with and without renal scarring were classified as group 1 and group 2, respectively, while the control cases in our previous study were used as the control group (group 3). All three groups were compared for the rate of TLR-4 Asp299Gly and Thr399Ile polymorphisms, and for basal and lipopolysaccharide-stimulated monocyte/neutrophil TLR-4 expression levels. There were 168 patients (86 in group 1, 82 in group 2) and 120 control cases. Monocyte/neutrophil TLR-4 expression levels were similar in groups 1 and 2. However, both groups had lower TLR-4 expression than group 3. The rate of TLR-4 Asp299Gly polymorphism was not different in all groups. TLR-4 Thr399Ile polymorphism was higher in groups 1 and 2 than in group 3 (14.0, 12.2, and 2.0 %, respectively), while group 1 and group 2 were not different. Furthermore, monocyte TLR-4 expression level was lower in those having TLR-4 Thr399Ile polymorphism than in those without this polymorphism. Patients with febrile UTI had more frequent TLR-4 Thr399Ile polymorphism and lower monocyte/neutrophil TLR-4 expression. These findings indicate that children carrying TLR-4 Thr399Ile polymorphism and/or having low level of monocyte/neutrophil TLR-4 expression have a tendency to develop febrile UTI. However, we could not show the association of TLR-4 polymorphisms and of TLR-4 expression level to renal scarring.

  6. Ultrasound as a screening test for genitourinary anomalies in children with UTI.

    Science.gov (United States)

    Nelson, Caleb P; Johnson, Emilie K; Logvinenko, Tanya; Chow, Jeanne S

    2014-03-01

    The 2011 American Academy of Pediatrics guidelines state that renal and bladder ultrasound (RBUS) should be performed after initial febrile urinary tract infection (UTI) in a young child, with voiding cystourethrogram (VCUG) performed only if RBUS shows abnormalities. We sought to determine test characteristics and predictive values of RBUS for VCUG findings in this setting. We analyzed 3995 clinical encounters from January 1, 2006 to December 31, 2010 during which VCUG and RBUS were performed for history of UTI. Patients who had previous postnatal genitourinary imaging or history of prenatal hydronephrosis were excluded. Sensitivity, specificity, and predictive values of RBUS for VCUG abnormalities were determined. We identified 2259 patients age UTI as the indication for imaging. RBUS was reported as "normal" in 75%. On VCUG, any vesicoureteral reflux (VUR) was identified in 41.7%, VUR grade >II in 20.9%, and VUR grade >III in 2.8%. Sensitivity of RBUS for any abnormal findings on VCUG ranged from 5% (specificity: 97%) to 28% (specificity: 77%). Sensitivity for VUR grade >III ranged from 18% (specificity: 97%) to 55% (specificity: 77%). Among the 1203 children aged 2 to 24 months imaged after a first febrile UTI, positive predictive value of RBUS was 37% to 47% for VUR grade >II (13% to 24% for VUR grade >III); negative predictive value was 72% to 74% for VUR grade >II (95% to 96% for VUR grade >III). RBUS is a poor screening test for genitourinary abnormalities. RBUS and VCUG should be considered complementary as they provide important, but different, information.

  7. Detection & characterization of necrotoxin producing Escherichia coli (NTEC) from patients with urinary tract infection (UTI).

    Science.gov (United States)

    Rahman, Helina; Deka, Manab

    2014-04-01

    Urinary tract infections (UTI) are a serious health problem affecting millions of people each year. Although appreciable work on various aspects of UTI including aetiology per se has been done, information on the emerging pathogens like necrotoxigenic Escherichia coli (NTEC) is largely lacking in India. In the present study E. coli isolates from patients with urinary tract infection from northeastern India were investigated for detection and characterization of NTEC. E. coli isolated and identified from urine samples of patients with UTI were serotyped. Antibiogram was determined by disc diffusion test. Plasmid profile was also determined. Virulence genes of NTEC (cnf1, cnf2, pap, aer, sfa, hly, afa) were detected by PCR assay. E.coli isolates carrying cnf gene (s) were identified as NTEC. A total of 550 E. coli were isolated and tested for the presence of cnf genes. Of these, 84 (15.27%) belonged to NTEC. The cnf1 gene was present in 52 (61.9%) isolates, cnf2 in 23 (27.4%) and 9 (10.7%) carried both cnf1 and cnf2 genes. All the NTEC strains were found to harbour the pap and aer genes. Serogroup O4 was found to be the most common among the 12 serogroups identified amongst the NTEC isolates. Majority of the isolates (96.4%) were sensitive to furazolidone and were highly resistant to ampicillin. NTEC were found to harbour different numbers of plasmids (1 to 7). No association was observed between the number of plasmids and the antibiotic resistance of the isolates. The results of the present study showed that about 15 per cent of E. coli isolates associated with UTI belonged to NTEC. More studies need to be done from other parts of the country.

  8. Analysis of the Effect of UTI-UTC to High Precision Orbit Propagation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dongseok Shin

    1999-12-01

    Full Text Available As the spatial resolution of remote sensing satellites becomes higher, very accurate determination of the position of a LEO (Low Earth Orbit satellite is demanding more than ever. Non-symmetric Earth gravity is the major perturbation force to LEO satellites. Since the orbit propagation is performed in the celestial frame while Earth gravity is defined in the terrestrial frame, it is required to convert the coordinates of the satellite from one to the other accurately. Unless the coordinate conversion between the two frames is performed accurately the orbit propagation calculates incorrect Earth gravitational force at a specific time instant, and hence, causes errors in orbit prediction. The coordinate conversion between the two frames involves precession, nutation, Earth rotation and polar motion. Among these factors, unpredictability and uncertainty of Earth rotation, called UTI-UTC, is the largest error source. In this paper, the effect of UTI-UTC on the accuracy of the LEO propagation is introduced, tested and analzed. Considering the maximum unpredictability of UTI-UTC, 0.9 seconds, the meaningful order of non-spherical Earth harmonic functions is derived.

  9. Asymptomatic Bacteriuria in Clinical Urological Practice: Preoperative Control of Bacteriuria and Management of Recurrent UTI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tommaso Cai

    2016-01-01

    Full Text Available Asymptomatic bacteriuria (ABU is a common clinical condition that often leads to unnecessary antimicrobial use. The reduction of antibiotic overuse for ABU is consequently an important issue for antimicrobial stewardship and to reduce the emergence of multidrug resistant strains. There are two issues in everyday urological practice that require special attention: the role of ABU in pre-operative prophylaxis and in women affected by recurrent urinary tract infections (rUTIs. Nowadays, this is the time to think over our practice and change our way of thinking. Here, we aimed to summarize the current literature knowledge in terms of ABU management in patients undergoing urological surgery and in patients with rUTIs. In the last years, the approach to patient with ABU has changed totally. Prior to all surgical procedures that do not enter the urinary tract, ABU is generally not considered as a risk factor, and screening and treatment are not considered necessary. On the other hand, in the case of all procedures entering the urinary tract, ABU should be treated in line with the results of a urine culture obtained before the procedure. In patients affected by rUTIs, ABU can even have a protective role in preventing symptomatic recurrence, particularly when Enterococcus faecalis (E. faecalis has been isolated.

  10. Asymptomatic Bacteriuria in Clinical Urological Practice: Preoperative Control of Bacteriuria and Management of Recurrent UTI.

    Science.gov (United States)

    Cai, Tommaso; Mazzoli, Sandra; Lanzafame, Paolo; Caciagli, Patrizio; Malossini, Gianni; Nesi, Gabriella; Wagenlehner, Florian M E; Köves, Bela; Pickard, Robert; Grabe, Magnus; Bjerklund Johansen, Truls E; Bartoletti, Riccardo

    2016-01-05

    Asymptomatic bacteriuria (ABU) is a common clinical condition that often leads to unnecessary antimicrobial use. The reduction of antibiotic overuse for ABU is consequently an important issue for antimicrobial stewardship and to reduce the emergence of multidrug resistant strains. There are two issues in everyday urological practice that require special attention: the role of ABU in pre-operative prophylaxis and in women affected by recurrent urinary tract infections (rUTIs). Nowadays, this is the time to think over our practice and change our way of thinking. Here, we aimed to summarize the current literature knowledge in terms of ABU management in patients undergoing urological surgery and in patients with rUTIs. In the last years, the approach to patient with ABU has changed totally. Prior to all surgical procedures that do not enter the urinary tract, ABU is generally not considered as a risk factor, and screening and treatment are not considered necessary. On the other hand, in the case of all procedures entering the urinary tract, ABU should be treated in line with the results of a urine culture obtained before the procedure. In patients affected by rUTIs, ABU can even have a protective role in preventing symptomatic recurrence, particularly when Enterococcus faecalis (E. faecalis) has been isolated.

  11. Complete urinary tract infection (UTI) diagnosis and antibiogram using surface enhanced Raman spectroscopy (SERS)

    Science.gov (United States)

    Hadjigeorgiou, Katerina; Kastanos, Evdokia; Kyriakides, Alexandros; Pitris, Costas

    2012-03-01

    There are three stages to a complete UTI diagnosis: (1) identification of a urine sample as positive/negative for an infection, (2) identification of the responsible bacterium, (3) antibiogram to determine the antibiotic to which the bacteria are most sensitive to. Using conventional methods, all three stages require bacterial cultures in order to provide results. This long delay in diagnosis causes a rise in ineffective treatments, chronic infections, health care costs and antibiotic resistance. In this work, SERS is used to identify a sample as positive/negative for a UTI as well as to obtain an antibiogram against different antibiotics. SERS spectra of serial dilutions of E. coli bacteria mixed with silver nanoparticles, showed a linear correlation between spectral intensity and concentration. For antibiotic sensitivity testing, SERS spectra of three species of gram negative bacteria were collected four hours after exposure to the antibiotics ciprofloxacin and amoxicillin. Spectral analysis revealed clear separation between bacterial samples exposed to antibiotics to which they were sensitive and samples exposed to antibiotics to which they were resistant. With the enhancement provided by SERS, the technique can be applied directly to urine samples leading to the development of a new, rapid method for UTI diagnosis and antibiogram.

  12. Analysis of the Effect of UTI-UTC to High Precision Orbit

    Science.gov (United States)

    Shin, Dongseok; Kwak, Sunghee; Kim, Tag-Gon

    1999-12-01

    As the spatial resolution of remote sensing satellites becomes higher, very accurate determination of the position of a LEO (Low Earth Orbit) satellite is demanding more than ever. Non-symmetric Earth gravity is the major perturbation force to LEO satellites. Since the orbit propagation is performed in the celestial frame while Earth gravity is defined in the terrestrial frame, it is required to convert the coordinates of the satellite from one to the other accurately. Unless the coordinate conversion between the two frames is performed accurately the orbit propagation calculates incorrect Earth gravitational force at a specific time instant, and hence, causes errors in orbit prediction. The coordinate conversion between the two frames involves precession, nutation, Earth rotation and polar motion. Among these factors, unpredictability and uncertainty of Earth rotation, called UTI-UTC, is the largest error source. In this paper, the effect of UTI-UTC on the accuracy of the LEO propagation is introduced, tested and analzed. Considering the maximum unpredictability of UTI</