WorldWideScience

Sample records for tabaco em adolescentes

  1. Uso de tabaco e perfil lipídico-lipoprotéico plasmático em adolescentes Tobacco use and plasma lipid-lipoprotein profile in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dartagnan Pinto Guedes

    2007-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o impacto quanto ao uso de tabaco no perfil lipídico-lipoprotéico plasmático em amostra representativa de adolescentes. MÉTODOS: A amostra foi constituída por 452 sujeitos (246 moças e 206 rapazes com idades entre 15 e 18 anos. Os participantes completaram questionário estruturado auto-administrado com relação ao uso de tabaco. As concentrações de lipídeos-lipoproteínas plasmáticas foram estabelecidas mediante procedimentos laboratoriais. Os procedimentos da análise de covariância, controlando a participação da ingestão de gordura saturada e de colesterol dietético, foram empregados para identificar as diferenças entre os valores médios. As estimativas de odds ratio foram utilizadas para estabelecer o risco relativo dos adolescentes fumantes apresentarem perfil lipídico-lipoprotéico de risco aterogênico. RESULTADOS: A proporção de fumantes foi de 20,9% entre os rapazes e 15,4% entre as moças. O consumo médio de cigarros por dia foi de 9,2 ± 4,7 nos rapazes e 5,6 ± 3,1 nas moças. Quando comparados com não fumantes, rapazes e moças fumantes apresentaram níveis séricos de colesterol total, LDL-colesterol, triglicerídeos e apolipoproteína B100 significativamente mais elevados, e níveis séricos de HDL-colesterol significativamente menores. Adolescentes fumantes tenderam a demonstrar risco de níveis de lipídeos-lipoproteinas plasmáticas alterados duas vezes maior que não fumantes. CONCLUSÃO: Intervenções direcionadas à adoção de um estilo de vida saudável, incluindo abstenção do uso de tabaco, deverão iniciar-se em idades precoces na tentativa de prevenir ou retardar o desenvolvimento de lesões ateroscleróticas e minimizar o aparecimento de coronariopatias prematuras na idade adulta.OBJECTIVE: To analyze the impact of tobacco use on plasma lipid lipoprotein profile in representative sample of adolescents. METHODS: A sample of 452 subjects (246 girls and 206 boys 15 to 18 years

  2. Impulsividad y consumo de alcohol y tabaco en adolescentes

    OpenAIRE

    María del Carmen Pérez-Fuentes; José J. Gázquez; María del Mar Molero; Fernando Cardila; África Martos; Ana B. Barragán; Anabella Garzón; José J. Carrión; Isabel Mercader

    2015-01-01

    La etapa de la adolescencia se caracteriza por una prematura experimentación de nuevas experiencias y sensaciones. Estas experiencias, pasan en ocasiones por el consumo de drogas, que aun siendo legales y socialmente aceptadas, las consecuencias negativas en el desarrollo del adolescente comienzan a hacerse patentes. En los últimos años se ha observado una disminución en el consumo de tabaco en los adolescentes españoles, no así en el consumo de alcohol. Una de las causas de inicio en las dro...

  3. Impulsividad y consumo de alcohol y tabaco en adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María del Carmen Pérez-Fuentes

    2015-12-01

    Full Text Available La etapa de la adolescencia se caracteriza por una prematura experimentación de nuevas experiencias y sensaciones. Estas experiencias, pasan en ocasiones por el consumo de drogas, que aun siendo legales y socialmente aceptadas, las consecuencias negativas en el desarrollo del adolescente comienzan a hacerse patentes. En los últimos años se ha observado una disminución en el consumo de tabaco en los adolescentes españoles, no así en el consumo de alcohol. Una de las causas de inicio en las drogas es la personalidad o conducta impulsiva. Así, el objetivo de este estudio es analizar la relación entre la impulsividad y la frecuencia de consumo de alcohol y tabaco en 822 alumnos de entre 13 y 18 años. Para ello, se utilizó la Escala de Impulsividad Estado (EIE y un cuestionario elaborado ad hoc para conocer las características demográficas y el consumo de alcohol y tabaco. Los resultados mostraron que aquellos estudiantes que se declararon consumidores obtuvieron puntuaciones significativamente más altas en impulsividad. De este modo, analizar detalladamente el perfil de los sujetos con este factor de riesgo puede favorecer la creación de programas más adecuados para la intervención.

  4. Determinantes del consumo de tabaco en adolescentes : diferencias de género

    OpenAIRE

    Pellico López, María Amada

    2015-01-01

    El tabaco es la principal causa de muerte actualmente. La feminización del hábito tabáquico actual ocasionará en el futuro un aumento de la carga de enfermedad y muerte atribuible al tabaco en mujeres. La presente monografía pretende describir la situación entre nuestros adolescentes, que determinantes influyen en que varones y mujeres adolescentes consuman tabaco y cómo intervenir de forma efectiva para prevenirlo. La diferencia de género en consumo de tabaco tiende a desaparecer y las mujer...

  5. Tabaco, álcool e outras drogas entre adolescentes em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil: uma perspectiva de gênero Tobacco, alcohol, and drug use by teenagers in Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil: a gender approach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Lessa Horta

    2007-04-01

    Full Text Available Este estudo teve o objetivo de examinar a relação entre gênero e utilização de substâncias psicoativas entre adolescentes (consumo de bebidas alcoólicas, fumo e uso de drogas ilícitas. Em 2002 foi realizado um estudo transversal na área urbana de Pelotas, extremo-sul do Brasil. Foi empregada amostragem em múltiplos estágios para se obter uma amostra de adolescentes entre 15 e 18 anos de idade. As entrevistas foram realizadas com questionário auto-aplicado. Tabagismo foi mais prevalente entre as meninas, enquanto o consumo de bebida alcoólica no mês anterior às entrevistas foi maior entre os meninos. Por outro lado, a proporção de adolescentes que relataram uso de drogas ilícitas no mês que antecedeu as entrevistas não esteve relacionada ao gênero. O maior consumo de tabaco entre meninas que entre meninos pode indicar risco de expansão do consumo desta substância por mulheres de outras faixas etárias em gerações futuras, o que justifica preocupação e esforços específicos.This study assesses the relationship between gender and use of psychoactive substances (alcohol, nicotine, and illicit drugs by teenagers. In 2002, a cross-sectional study was carried out in the urban area of Pelotas, southern Brazil. Multi-stage sampling was used to obtain a sample of adolescents, 15 to 18 years of age. Subjects were interviewed using a self-applied confidential questionnaire. Smoking was more prevalent among girls, while alcohol consumption in the previous month was more common among boys. Meanwhile, the proportion of adolescents that reported drug use in the previous month was unrelated to gender. Higher cigarette consumption by girls suggests an increase in smoking by women in the future, which highlights the need for a special focus on this area.

  6. La familia y los factores de riesgo relacionados con el consumo de alcohol y tabaco en los niños y adolescentes (Guayaquil-Ecuador A família e os fatores de risco associados ao consumo de álcool e tabaco em crianças e adolescentes (Guayaquil-Equador Family and risk factors related to alcohol consumption and smoking among children and adolescents (Guayaquil-Equador

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha Ramírez Ruiz

    2005-10-01

    Full Text Available La presente investigación tienen como objetivo el de identificar en un ambiente familiar los posibles factores de riesgo relacionados con el uso de alcohol y tabaco en los niños y adolescentes. Es importante destacar que estudio de esta naturaleza dentro de una perspectiva socio-cultural expresa la tentativa de comprender los factores de riesgo para el uso de bebidas alcohólicas y tabaco y enfrentar las influencias ambientales en el entorno familiar con vistas a prevenir futuros casos de dependencia. El estudio se utilizo una muestra de cien familia, a las que se les aplico un instrumento preestablecido con los responsables de las respectivas familias. Como resultado se obtuvo que 51% del nivel de escolaridad es bajo, el 54% tiene salario inferior al básico, el 61% ingieren bebidas alcohólicas. Vale destacar que incuestionablemente la reducción de la casuística de alcoholismo y/o tabaquismo repercute significativamente en le calidad de vida de los individuos.A presente investigação teve como objetivo identificar no ambiente familiar os possíveis fatores de risco associados ao alcoolismo e tabagismo em crianças e adolescentes. É importante enfatizar que estudo desta natureza dentro de uma perspectiva sócio-cultural expressa a tentativa de entender os fatores do risco para o uso do tabaco e de bebidas alcoólicas, bem como as influências ambientais de maneira a impedir futuras dependências. Utilizou-se uma amostra de cem famílias e aplicou-se um instrumento preestabelecido. Como resultado obteve que 51% dos pais possuem nível educacional baixo, 54% tem o salário inferior ao básico, 61% fazem uso de bebidas alcoólicas. Vale enfatizar que inquestionavelmente a redução do casuística do alcoolismo e/ou tabagismo influenciam significativamente na qualidade da vida dos indivíduos.The present investigation had as objective identifying in a family the possible factors of risk related to the use of alcohol and tobacco in the

  7. Uso de álcool, tabaco e outras drogas por adolescentes escolares em município do Sul do Brasil Alcohol, tobacco, and other drug use by teenage students in a city in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Conzatti Vieira

    2008-11-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo estudar o comportamento dos estudantes do ensino público municipal de Gravataí, Rio Grande do Sul, Brasil, em relação ao consumo de álcool, tabaco e outras drogas, investigando fatores associados. Foi utilizado delineamento transversal com amostra aleatória representativa de 1.170 escolares da 7ª série e estratificada por região do município. As associações entre desfechos e fatores em estudo foram testadas com regressão de Cox bivariada, modificada para estudos transversais. Foram encontrados, respectivamente, 60,7%, 16,9% e 2,4% de uso na vida de bebida alcoólica, tabaco e outras drogas. Nos últimos trinta dias, o álcool também apresentou a maior prevalência (33%, seguido pelo tabaco (4,4% e outras drogas (0,6%. O estudo revelou a importância da família e dos amigos na experimentação das substâncias pelos jovens. A prevalência do uso de tabaco e álcool nos últimos trinta dias esteve associada à presença de sentimentos de tristeza, solidão, dificuldade para dormir e ideação suicida. O consumo de outras drogas esteve associado ao sentimento de solidão e ideação suicida.This study analyzes alcohol, tobacco, and other drug use by seventh-graders in municipal schools in the city of Gravataí, Rio Grande do Sul State, Brazil, and associated factors. A cross-sectional school survey was conducted in a representative random sample of 1,170 seventh-graders from municipal schools. The bivariate Cox regression model, modified for cross-sectional studies, was used to evaluate associations between specific factors and outcomes. Prevalence rates for lifetime consumption of alcohol, tobacco, and other drugs were 60.7%, 16.9%, and 2.4%, respectively. Consumption rates in the previous 30 days were: alcohol, 33%; tobacco, 4.4%; and other drugs, 0.6%. The study showed an association with substance use by family and friends. Prevalence of tobacco and alcohol use during the previous 30 days was

  8. Relación entre consumo de tabaco y alcohol y el autoconcepto en adolescentes españoles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Ignacio ÁLVARO GONZÁLEZ

    2016-05-01

    Full Text Available La etapa adolescente constituye una fase esencial en el desarrollo de la persona; en estas edades las relaciones sociales y la adquisición de la personalidad son elementos claves, por tanto se planteó el siguiente estudio con los objetivos de determinar el autoconcepto de los adolescentes y cada una de sus dimensiones, así como describir el consumo habitual de alcohol y tabaco en la población adolescente y analizar las relaciones existentes entre el autoconcepto y las sustancias nocivas (alcohol y tabaco. Participaron un total de 2.134 adolescentes que permitió el registro y evaluación de las variables Autoconcepto (AF5, Consumo de Tabaco (FTND y Consumo de Alcohol (AUDIT. Los resultados mostraron que el autoconcepto global era alto en los adolescentes, que en su mayoría eran no fumadores y el consumo de alcohol era perceptible únicamente en tres de cada diez jóvenes; y entre las dimensiones las más puntuadas eran la familiar y la social. Se encontró asociación en el caso de las dimensiones de autoconcepto familiar, académico y social con el consumo de alcohol, sin embargo debe señalarse que el número de adolescentes que ingerían alcohol era bastante escueto por lo que debemos ser cautos con dicha afirmación

  9. Família e proteção ao uso de tabaco, álcool e drogas em adolescentes, Pesquisa Nacional de Saúde dos Escolares Family and the protection from use of tobacco, alcohol, and drugs in adolescents, National School Health Survey

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Carvalho Malta

    2011-09-01

    Full Text Available O estudo avalia a associação entre o consumo de tabaco, bebidas alcoólicas e drogas ilícitas e os fatores de proteção familiar. Foram analisados dados referentes da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE, em uma amostra de 60.973 escolares do nono ano do Ensino Fundamental de escolas públicas e privadas das 26 capitais dos estados brasileiros e Distrito Federal. A maioria dos adolescentes vive com o pai e a mãe e cerca de um terço reside em lares apenas com a presença da mãe. Metade dos pais ou responsáveis sabe o que os adolescentes fazem no tempo livre. Residir com ambos os pais tem efeito protetor nos hábitos de fumar, beber e usar drogas. Além disto, a supervisão familiar também é importante na prevenção destes hábitos. Práticas como fazer pelo menos uma refeição com pais ou responsáveis, na maioria dos dias da semana, e o fato de os pais ou responsáveis saberem o que os adolescentes fazem no tempo livre nos últimos 30 dias tem efeito protetor. Os alunos que faltam às aulas sem avisar aos pais têm maior chance de fumar, beber e experimentar drogas. O papel da família é essencial na prevenção de riscos, tais como: tabaco, álcool e drogas e na promoção à saúde dos adolescentes.This study evaluates the relation between the use of tobacco, alcoholic beverages and illicit drugs and family protective factors. Data from the National School Health Survey (PeNSE were analyzed in a sample of 60,973 students at the freshman year of high school, from public and private schools of Brazilian state capitals. Most adolescents lived with both their parents and about a third lived in households only with their mothers. Half the parents or responsible parties are aware of what adolescents do in their free time. Living with both parents is a protective factor for smoking, drinking, and drug use. Family supervision is also important for the prevention of such behavior. Sharing a meal with parents or responsible parties

  10. Factores predictores del consumo de tabaco entre adolescentes del Colegio Universitario Santiago de Cali, 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yamileth Ortiz-Gómez

    2009-01-01

    Resultados: La prevalencia del consumo fue 40,5% [IC: 34,8-46,4]. En los tres modelos, el consumo de amigos tuvo un OR 2,31, IC 95% [1,06-5,04]; el fumar si un amigo se lo brinda, presentó un OR 7,45, [IC 95% 3,9-14,0] y la exposición al humo de cigarrillo explican el consumo de tabaco con un OR 2,18, [IC 95% 1,23-3,87]; Test Hosmer-Lemeshow, Ji2=10,6 y P=0,2253. Conclusión: En este grupo de adolescentes solo los amigos se encontraron como posibles predictores del consumo de tabaco; aunque hubo cierto consumo por parte de los padres, no fue estadísticamente significativo, pero sí lo fue para la exposición al humo fuera del hogar. No hubo asociación con alcohol o sustancias psicoactivas.

  11. Fatores de risco para uso do tabaco em adolescentes de duas escolas do município de Santo André, São Paulo Risk factors for tobacco use in adolescent students of two high schools of Santo André city, São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Halley Ferraro Oliveira

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar fatores de risco para uso de tabaco em estudantes de duas escolas do ensino médio do município de Santo André (SP em 2005, bem como traçar o perfil do adolescente experimentador do fumo. MÉTODOS: Estudo transversal, com questionário padronizado, autoaplicável e anônimo aplicado a adolescentes escolares de ambos os sexos, matriculados no primeiro ano do ensino médio de duas escolas de Santo André, uma particular e outra pública. Foram levantadas as seguintes variáveis: idade, sexo, raça, prática de esportes, religião e hábitos do adolescente e da família. Definiu-se como "experimentador do fumo" o adolescente que experimentou cigarro (tabaco e não continuou o hábito tabagista. Foi feita a análise descritiva com o teste do qui-quadrado e os fatores de risco para "experimentar fumo" foram analisados por regressão logística. RESULTADOS: Dos 232 questionários aplicados, 226 (90% foram respondidos, sendo 137 (61% na escola particular e 89 (39% na estadual. Dentre os entrevistados, 54 (24% referiram já ter experimentado tabaco uma vez na vida (35 na escola privada e 19 na pública. Foram fatores de risco significativos para experimentar fumo na escola particular: mãe fumante (OR 12,4; IC95% 4,1-37,8 e amigos fumantes (OR 9,6; IC95% 3,1-29,9. Na escola pública, os fatores de risco para a mesma variável foram: consumo de bebida alcoólica (OR 8,8; IC95% 1,9-40,1, amigos fumantes, (OR 7,9; IC95% 1,9-31,3 e contato com fumaça do cigarro (OR 6,4; IC95% 1,6-26,2. CONCLUSÕES: Observou-se influência significativa do meio ambiente do adolescente, inclusive social e familiar, para a experimentação do tabaco.OBJECTIVE: To evaluate risk factors for tobacco use in high school students of two schools of the city of Santo Andre (São Paulo, Brazil in 2005, as well as to describe the profile of the adolescent who uses tobacco. METHODS: Cross sectional study that applied a standardized anonimous self

  12. Motivaciones de los adolescentes para el inicio y mantenimiento del consumo de alcohol y tabaco. Estudio cualitativo

    OpenAIRE

    Redondo-Olmedilla, Manuel-de-Dios

    2016-01-01

    [ES] Estudio metodológicamente cualitativo dirigido a profundizar en los cambios físicos, psíquicos y/o sociales que determinan en el adolescente el inicio y mantenimiento de los consumos de alcohol y tabaco. A tal fin y mediante un diseño fenomenológico, adecuado para conocer las opiniones, percepciones y discursos; se ha valorado la influencia de la dinámica familiar, el entorno social (tanto factores micro como macro ambientales), la percepción del riego derivado del consumo y abuso de tal...

  13. PREVALENCIA Y CARACTERÍSTICAS DEL CONSUMO DE TABACO EN ADOLESCENTES DEL COLEGIO UNIVERSITARIO SANTIAGO DE CALI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yamileth Ortiz Gómez

    2009-04-01

    Full Text Available Antecedentes. El consumo de tabaco es responsable del 90 por ciento de los cánceres de pulmón; su uso está en los primeros lugares de América Latina y el Caribe. Objetivo. Identificar la prevalencia del consumo de tabaco, los conocimientos, actitudes, exposición, influencia de medios de comunicación e intervenciones curriculares frente al consumo de los adolescentes del colegio Santiago de Cali. Material y métodos. Estudio transversal con muestra representativa de 286 estudiantes de sexto a noveno grado, fueron seleccionados con muestreo aleatorio equiprobabilístico al grado escolar. Se utilizó EMTAJOVEN para medir el consumo de tabaco a partir del auto-reporte del último mes, clasificando en no consumidores, consumidores experimentales, actuales y regulares. Se calcularon proporciones con intervalos de confianza al 95 por ciento; prueba de normalidad y análisis para encontrar diferencias con T–student o prueba U Mann-Whitney y Chi2. Resultados. La prevalencia del consumo 40,5 por ciento [IC 95% 34,8-46,4], sin encontrar diferencias por género (p=0,058. Los hombres consideran que si fuman tienen más amigos y se ven más atractivos (p

  14. Susceptibilidad al consumo de tabaco y comportamiento tabáquico en las adolescentes / Smoking Susceptibility and Smoking Behavior among Girls

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nazira Calleja

    2012-12-01

    Full Text Available En años recientes, la prevalencia de mujeres fumadoras ha aumentado significativamente. El propósito de la presente investigación fue evaluar la relación existente entre la susceptibilidad al consumo de tabaco y el comportamiento tabáquico en chicas adolescentes, a fin de contar con herramientas de prevención del consumo de tabaco en las mujeres. Se efectuaron tres estudios en años sucesivos en escuelas secundarias públicas y privadas, en los que participaron 1.460 mujeres adolescentes. Se elaboraron y reconstruyeron las escalas para medir la susceptibilidad al consumo de tabaco, la experimentación con el cigarrillo y el tabaquismo. En las últimas versiones de las tres escalas seobtuvieron varianzas explicadas > 59 % y coeficientes a > 0.82. Los resultados mostraron que los puntajes de la susceptibilidad al consumo de tabaco correlacionaron fuerte y significativamente tanto con la experimentación con el cigarrillo (r = 0.743 como con el tabaquismo (r = 0.424. De acuerdo con el análisis de regresión efectuado, la susceptibilidad explicó el 28.9% de la varianza de la experimentación, y el 22% de la del tabaquismo, por lo queconstituye un predictor del comportamiento tabáquico en las adolescentes. Se concluye que la susceptibilidad al consumo de tabaco puede utilizarse confiablemente para evaluar riesgo tabáquico en las adolescentes y dirigir los esfuerzos de prevención específicamente hacia ellas.

  15. La familia y los factores de riesgo relacionados con el consumo de alcohol y tabaco en los niños y adolescentes (Guayaquil-Ecuador)

    OpenAIRE

    Ruiz,Martha Ramírez; Andrade,Denise de

    2005-01-01

    La presente investigación tienen como objetivo el de identificar en un ambiente familiar los posibles factores de riesgo relacionados con el uso de alcohol y tabaco en los niños y adolescentes. Es importante destacar que estudio de esta naturaleza dentro de una perspectiva socio-cultural expresa la tentativa de comprender los factores de riesgo para el uso de bebidas alcohólicas y tabaco y enfrentar las influencias ambientales en el entorno familiar con vistas a prevenir futuros casos de depe...

  16. Factores de riesgo psicosociales en el consumo de tabaco de los adolescentes: estados de ánimo negativos, grupo de iguales y estilos parentales

    OpenAIRE

    Julià Cano, Albert; Escapa, Sandra; Marí-Klose, Marga; Marí-Klose, Pau

    2012-01-01

    Existe una multiplicidad de factores que pueden afectar el riego del consumo de tabaco en la adolescencia. Mediante el análisis de estos factores de manera conjunta podemos desentrañar la relevancia específica que cada uno de ellos tiene en la conformación de la conducta individual de los adolescentes. El objetivo de esta investigación es profundizar en el conocimiento sobre la relación entre el consumo de tabaco en la adolescencia y variables socio-demográficas y socio-emocionales. Contamos ...

  17. O uso de álcool e tabaco por adolescentes do município de Embu, São Paulo, Brasil El de alcohol y tabaco en adolescentes en el municipio de Embu, São Paulo, Brasil The use of alcohol and tobacco by adolescents in the municipality of Embu, São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Souza Moreno

    2010-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é identificar o uso de álcool e tabaco entre os adolescentes. Trata-se de um estudo descritivo, realizado junto a 1533 adolescentes de ambos os sexos, tendo por critérios de inclusão: faixa etária entre 10 e 20 anos, matriculados e freqüentando regularmente o ensino fundamental ou ensino médio das escolas estaduais, no período matutino, nas regiões de Santo Eduardo e Santa Emília, no município de Embu. Os resultados mostraram que 4,8% são fumantes e 58,3% experimentaram bebida alcoólica. A média de idade de iniciação do uso de álcool é de 13,1 anos (s=1,9 e a média de idade de iniciação do uso de tabaco é de 12,6 anos (s=1,5. Conclui-se que a população do estudo apresentou um baixo consumo de tabaco e um elevado consumo de álcool, uma iniciação precoce do uso de álcool e tabaco, a ingestão alcoólica, principalmente, em festas, com os amigos, ou até mesmo em casa, com familiares. Constatou-se também que o vinho é a bebida preferida desses jovens.Se trata de un estudio descriptivo, realizado junto a 1533 adolescentes de ambos sexos, tomándose como criterios de inclusión: faja etaria entre 10 y 20 años, matriculados y asistiendo regularmente a la enseñanza primaria o secundaria de las escuelas estatales en las regiones de Santo Eduardo y Santa Emilia, en el municipio de Embu, en el horario matutino; teniéndose por objetivo identificar el uso de alcohol y tabaco entre los mismos. Los resultados demostraron que: 4,8% de ellos son fumadores, 58,3% probaron bebidas alcohólicas, la media de edad para la iniciación del consumo de alcohol fue de 13,1 años (s=1,9, la media de edad para el inicio de consumo de tabaco fue de 12,6 años (s=1,5. Se concluye en que la población del estudio exhibió un bajo consumo de tabaco y un elevado consumo de alcohol, iniciación precoz en el uso de tabaco y alcohol, ingestión alcohólica principalmente en fiestas con amigos o hasta incluso en casa con

  18. Factores psicosociales relacionados con el consumo de alcohol y tabaco en adolescentes españoles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cándido J. Inglés

    2007-01-01

    Full Text Available El objetivo de este estudio ex post facto fue analizar la relación entre variables de personalidad, ansiedad social, conducta prosocial, conducta antisocial y consumo de tabaco y alcohol en la adolescencia. La muestra se compuso de 352 estudiantes de 2º a 4º de Enseñanza Secundaria Obligatoria. Los coeficientes de correlación de Pearson mostraron que el consumo de tabaco correlacionó positiva y significativamente con las puntuaciones en conducta antisocial, extraversión y neuroticismo, mientras que el consumo de alcohol correlacionó positiva y significativamente con las puntuaciones de psicoticismo, extraversión y conducta antisocial. El análisis de regresión logística reveló que los predictores del consumo de tabaco fueron las puntuaciones en conducta antisocial (OR = 1,03; IC 95% = 1,01¿1,05, extraversión (OR = 1,11; IC 95% = 1,02¿ 1,21 y neuroticismo (OR = 1,07; IC 95% = 1,01¿1,13, mientras que los predictores del consumo de alcohol fueron las puntuaciones en conducta antisocial (OR = 1,04; IC 95% = 1,02¿1,07 y extraversión (OR = 1,12; IC 95% = 1,03¿1,24.

  19. Ambiente familiar e consumo de álcool e tabaco entre adolescentes Familiar environment and use of alcohol and tobacco among teenagers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Souza Moreno

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a influência do ambiente familiar em relação ao uso de álcool e tabaco pelos adolescentes. MÉTODOS: Trata-se de estudo descritivo, elaborado a partir da análise e aprofundamento da categoria referente ao uso de drogas lícitas e a influência familiar, presente em um questionário semiestruturado, contendo ao todo 25 questões sobre o uso álcool e tabaco, realizado junto a 1.533 adolescentes de ambos os sexos, tendo por critérios de inclusão: adolescentes entre dez e 20 anos de idade, matriculados e frequentando regularmente a sexta, a sétima ou a oitava séries do ensino fundamental e o primeiro, o segundo ou o terceiro anos do ensino médio das escolas estaduais situadas nas regiões de Santo Eduardo e Santa Emília, no município de Embu, no período matutino, e que aceitaram participar das oficinas de prevenção e promoção da saúde realizadas pelo Projeto Corporalidade e Promoção da Saúde. A análise estatística foi aplicada por meio do teste do qui-quadrado, ao nível de significância pOBJECTIVE: To analyze the influence of the family environment in relation to alcohol and tobacco use among adolescents. METHODS: This was a descriptive study consisting of in-depth analysis on the topic of family influence related to legal drug use. A semi-structured questionnaire containing 25 questions on alcohol and tobacco use was completed by 1,533 adolescents of both genders. Inclusion criteria were: adolescents aged ten to 20 years who were regularly attending morning classes in the sixth, seventh or eighth years of elementary education or in the first, second or third years of high school education at state schools in two regions of the municipality of Embu, São Paulo, Brazil. Subjects agreed to participate in preventive health promotion workshops of the Corporality and Health Promotion Project. Statistical analysis applied odds ratio, with a 95% confidence interval and chi-square test, being significant p<0

  20. Efeitos da entrevista motivacional em adolescentes infratores

    OpenAIRE

    Andretta,Ilana; Oliveira,Margareth da Silva

    2008-01-01

    A entrevista motivacional é uma intervenção breve, que visa estimular a mudança de comportamento. Foi aplicada, nesta pesquisa, em adolescentes usuários de drogas, identificando-se as modificações ocorridas após a mesma. A amostra foi constituída por 50 adolescentes usuários de drogas que cometeram ato infracional. Todos foram avaliados por meio de protocolo padrão, depois submetidos a cinco sessões de entrevista motivacional, e reavaliados posteriormente. Os resultados encontrados na reavali...

  1. Factores psicosociales asociados al uso de bebidas alcohólicas y tabaco en adolescentes tardíos de una universidad privada en Lima

    OpenAIRE

    Cecilia Chau Pérez-Araníbar

    2013-01-01

    Esta investigación tiene como objetivos principales evaluar las características del uso de bebidas alcohólicas y de tabaco, y los factores psicosociales asociados, en adolescentes que cursan el primer año de estudios en una universidad privada en Lima. Los resultados muestran que, entre los varones, la tasa de prevalencia de vida y de uso actual es mayor para el alcohol, siendo la cerveza la más utilizada. El patrón de consumo de las sustancias evaluadas de tipo social y recreativo. En relaci...

  2. Craving e prontidão para mudança em mulheres adultas jovens dependentes do tabaco

    OpenAIRE

    Araujo, Renata Brasil

    2010-01-01

    O objetivo desta pesquisa foi analisar o craving pelo tabaco em mulheres adultas jovens, verificando se existia associação entre este e os estágios motivacionais. O delineamento foi experimental e as participantes, que tinham entre 20 e 40 anos de idade foram distribuídas, aleatoriamente, em grupos de zero (n = 30) e 60 minutos (n = 30) de abstinência do tabaco. Os Instrumentos utilizados foram Ficha com Dados Soóciodemográficos, Questionnaire of Smoking Urges Brief (QSU-B), Fagerström Test f...

  3. Factores psicosociales asociados al uso de bebidas alcohólicas y tabaco en adolescentes tardíos de una universidad privada en Lima

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecilia Chau Pérez-Araníbar

    2013-09-01

    Full Text Available Esta investigación tiene como objetivos principales evaluar las características del uso de bebidas alcohólicas y de tabaco, y los factores psicosociales asociados, en adolescentes que cursan el primer año de estudios en una universidad privada en Lima. Los resultados muestran que, entre los varones, la tasa de prevalencia de vida y de uso actual es mayor para el alcohol, siendo la cerveza la más utilizada. El patrón de consumo de las sustancias evaluadas de tipo social y recreativo. En relación a los aspectos psicosociales se encontraron tabaco, y los abstinentes totales o no usuarios de ambas sustancias. De los 466 adolescentes encuestados, sólo nueve reportaron que nunca habían usado bebidas alcohólicas ni tabaco (abstinentes totales o no usuarios y sólo un ocho por ciento de los encuestados reportó prevalencia de vida de sustancias psicoactivas ilícitas. This paper main objectives are to evaluate the characteristics of tobacco and alcoholic beverage consumption as well as associated psychosocial factors in 466 adolescent freshmen in a private university in Lima.We found life prevalence and current consumption rates are higher for alcohol among male students, being beer the most consumed alcohol beverage than other spirits. The pattern of consumption of these substances is social and recreational. With regard to psychosocial aspects, similarities were found between alcoholic beverages and tobacco consumers and nonconsumers or totally abstemious ones (neither alcohol nor tobacco. Only nine adolescents, out of 466, reported that they had never consumed alcoholic beverages nor tobacco (non-consumers and eight percent of the sample reported illegal psychoactive substance live prevalence.

  4. Problemas de saúde mental e tabagismo em adolescentes do sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana M B Menezes

    2011-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a associação entre problemas de saúde mental e uso de tabaco em adolescentes. MÉTODOS: Foram analisados 4.325 adolescentes de 15 anos da coorte de nascimentos de 1993 da cidade de Pelotas, RS. Tabagismo foi definido como fumar um ou mais cigarros nos últimos 30 dias. Saúde mental foi avaliada de acordo com o escore total do questionário Strengths and Difficulties Questionnaire e escore maior ou igual a 20 pontos foi considerado como positivo. Os dados foram analisados por regressão de Poisson, com ajuste robusto para variância. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo foi 6,0% e cerca de 30% dos adolescentes apresentaram algum tipo de problema de saúde mental. Na análise bruta, a razão de prevalências para tabagismo foi de 3,3 (IC95% 2,5; 4,2. Após ajuste (para sexo, idade, cor da pele, renda familiar, escolaridade da mãe, grupo de amigos fumantes, trabalho no último ano, repetência escolar, atividade física de lazer e uso experimental de bebida alcoólica, diminuiu para 1,7 (IC95% 1,2; 2,3 entre aqueles com problemas de saúde mental. CONCLUSÕES: Problemas de saúde mental na adolescência podem ter relação com o consumo de tabaco.

  5. Motivaciones para el consumo de tabaco entre los adolescentes de un instituto urbano Motivations for tobacco consumption among adolescents in an urban high school

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alejandro Pérez-Milena

    2012-02-01

    Full Text Available Objetivo: Conocer las motivaciones (actitudes, creencias y experiencias de los adolescentes para el consumo de tabaco. Método: Diseño cualitativo con videograbación de seis grupos de discusión (6-8 adolescentes, 50 minutos, curso escolar 2008/09. Muestreo intencional de adolescentes (12-18 años de un instituto urbano de clase media (Jaén-España, usando el nivel educativo como criterio de homogeneidad y el sexo/consumo como criterio de heterogeneidad. Análisis de contenido: codificación, triangulación de categorías y obtención/verificación de resultados. Resultados: Cuarenta y cuatro adolescentes, 54% varones. Fumar relaja y mejora la imagen personal: da seguridad (chicos y mejora las relaciones con el sexo opuesto, además de controlar el peso (chicas. La familia favorece el tabaquismo por imitación de comportamientos, aunque no lo normaliza. Los amigos constituyen un grupo de presión para el inicio/mantenimiento del consumo. El inicio de la educación secundaria marca el principio del consumo experimental. La sociedad suele normalizar el consumo y es fácil para los menores de edad comprar tabaco. Los universitarios son un modelo a seguir, con libertad para el consumo. Piden ejemplo de abstinencia a progenitores y educadores/sanitarios, dicen estar bien informados, pero recuerdan sólo mensajes impactantes. De forma unánime indican que el tabaco provoca adicción, pero de manera proporcional al tiempo de consumo; sólo les preocupan los síntomas inmediatos provocados por el tabaquismo. Los adolescentes fumadores relacionan el policonsumo con los momentos de ocio. Conclusiones: El estudio aporta motivos potencialmente útiles para mejorar la intervención antitabaco en los adolescentes. La influencia de los amigos, las actitudes parentales, la accesibilidad al tabaco y los síntomas de dependencia parecen ser los factores más relevantes.Objective: To determine the motivations (attitudes, beliefs and experiences for tobacco

  6. Preditores do Comportamento Antissocial em Adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Lüdke Nardi

    Full Text Available RESUMO Este estudo investigou preditores do comportamento antissocial em 142 adolescentes em medida socioeducativa de internação (G1 e 691 estudantes de escolas públicas (G2, que responderam a um questionário. Foram observadas diferenças significativas entre os grupos quanto ao comportamento antissocial, violência intra e extrafamiliar, uso de drogas e eventos estressores, com médias mais altas em G1. Dentre as variáveis investigadas, grupo, uso de drogas e eventos estressores, juntamente com a covariável sexo, explicaram 66,5% da variável dependente. Um modelo de path analysis demonstrou que as variáveis sexo e ambiente estressor, computado pelos eventos estressores, qualidade do relacionamento familiar e violência intra e extrafamiliar predizem o uso de drogas e comportamentos antissociais.

  7. Exposición de adolescentes de escuela secundaria de la Argentina y México a escenas de tabaco en películas de cine: una estimación poblacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María V. Salgado

    2016-04-01

    Full Text Available Introducción: el tabaquismo en películas promueve el inicio de tabaquismo en adolescentes Objetivo: estimar el nivel de exposición a imágenes de tabaco contenidas en películas vistas por adolescentes de Argentina y México Métodos: Se realizó una encuesta a alumnos de primer año del secundario de Argentina y México. Se analizaron las 100 películas con mayor recaudación en cada año del periodo 2009-2013 (Argentina y 2010-2014 (México. A cada participante se le asignó una muestra aleatoria de 50 de estas películas, preguntándosele si la había visto. Se estimó el número total de adolescentes que habían visto cada película en cada país, y se multiplicó por el número de escenas que contenían tabaco (ocurrencias en cada película para así obtener el número de impresiones crudas de tabaco vista por los adolescentes escolarizados de cada país. Resultados: Se analizaron 422 films en Argentina y 433 en México. Más de 500 millones de imágenes de tabaco fueron vistas por la población joven de cada país, lo que promedia 128 y 121 minutos de escenas con tabaquismo por cada adolescente en Argentina y México respectivamente. Si bien los films calificados para mayores de 15/16/18 años tenían mayor promedio por película de escenas de tabaco, las películas calificadas para menores de esta edad fueron responsables de la mayor cantidad de escenas de tabaquismo vistas por adolescentes (67,3% en Argentina y 54,4% en México debido a su mayor audiencia. Conclusiones: A nivel poblacional son las películas para niños las máximas responsables de la carga de tabaco vista por adolescentes.

  8. Uso recente de álcool, tabaco e outras drogas entre estudantes adolescentes trabalhadores e não trabalhadores Recent use of alcohol, tobacco, and other drugs among working and nonworking adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delma P. Oliveira de Souza

    2007-06-01

    Full Text Available Foi realizado um estudo transversal, de base populacional, para determinar a prevalência do uso recente de substâncias psicoativas em uma amostra probabilística de 798 adolescentes trabalhadores e de 1.493 não trabalhadores, matriculados na rede estadual de educação básica da área urbana de Cuiabá, Brasil. Um questionário de autopreenchimento foi aplicado em sala de aula, indagando sobre aspectos sociodemográficas, sociais e o consumo de substâncias psicoativas. Definiu-se uso recente como consumo realizado uma ou mais vezes nos trinta dias que antecederam à entrevista. A prevalência na amostra do uso recente de álcool, tabaco e outras drogas foi de 37,4%, 9,5% e 8,4%, respectivamente, sendo mais elevada entre os adolescentes trabalhadores do que entre os não trabalhadores (47,4% versus 32,1% RO = 1,91, IC95% 1,60-2,28; 13,6% versus 7,3% RO = 1,98, IC95% 1,49-2,63; 11,1% versus 6,9% RO = 1,68, IC95% 1,24-2,26. Na análise de regressão logística, o uso recente de álcool, tabaco e outras drogas manteve-se associado aos trabalhadores da faixa etária de 15-20 anos, do sexo masculino e baixo nível socioeconômico (C+D+E. Conclui-se que os resultados indicam que o uso recente de álcool, tabaco e outras drogas foi diferente entre os trabalhadores em comparação com os não trabalhadores, sugerindo que esses resultados podem orientar as ações articuladas de prevenção e tratamento à população adolescente.We carried out a cross-sectional, population-based study comparing the prevalence of recent psychoactive substance use in a probabilistic sample of 798 adolescent students that were also workers and of'1,493 that did not work. Students were enrolled in state Basic Education schools in the urban area of Cuiabá, Brazil. A self-administered questionnaire was completed by subjects in the classroom. This questionnaire included items on sociodemographic and school-related variables, as well as on the consumption of psychoactive

  9. Craving e prontidão para mudança em mulheres adultas jovens dependentes do tabaco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Araujo, Renata Brasil

    2010-01-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi analisar o craving pelo tabaco em mulheres adultas jovens, verificando se existia associação entre este e os estágios motivacionais. O delineamento foi experimental e as participantes, que tinham entre 20 e 40 anos de idade foram distribuídas, aleatoriamente, em grupos de zero (n = 30 e 60 minutos (n = 30 de abstinência do tabaco. Os Instrumentos utilizados foram Ficha com Dados Soóciodemográficos, Questionnaire of Smoking Urges Brief (QSU-B, Fagerström Test for Nicotine Dependence e University of Rhode Island Change Assessment Scale. Observou-se correlação (p < 0,005 entre: Pré-Contemplação e total de pontos do QSU-B (r = 0,465; Pré-Contemplação e Fator 2 (r = 0,485; e Manutenção e Fator 2 (r = 0,385. Conclui-se que, enquanto as mulheres em Pré-Contemplação apresentaram aumento global do craving, com forte influência do reforço negativo do tabaco, as em Manutenção, somente tiveram aumento do craving associado ao reforço negativo, sendo, esta informação, útil ao ser planejado o tratamento para esta clientela

  10. Estado nutricional, autopercepção do estado nutricional e experimentação de drogas lícitas em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Máximo Garcia

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoObjetivo:Associar o estado nutricional e a autopercepção do estado nutricional com a experimentação de drogas lícitas em adolescentes.Métodos:Estudo transversal no qual 210 adolescentes responderam a um questionário sobre experimentação de álcool e tabaco e sobre suas autopercepções nutricionais. Foi analisada a concordância entre autopercepção nutricional do adolescente e seu estado nutricional, bem como associações entre o estado nutricional, a autopercepção nutricional, sexo, idade e presença de tabagistas em casa com a experimentação de álcool e tabaco. As variáveis foram analisadas separadamente em análise bivariada e, a seguir, análise múltipla determinou fatores associados à experimentação.Resultados:Participaram do estudo 210 adolescentes com mediana de idade de 148 meses, 56,6% do sexo feminino. Do total da amostra, 6,6% já experimentaram cigarro e 20% já experimentaram álcool; 32,3% tinham Z-escore IMC≥1 e 12,85% tinham Z-escore IMC≥2 e 50,7% acertaram suas classificações nutricionais. Após análise multivariada, apenas a autoimagem sobre o peso influenciou estatisticamente na experimentação de fumo. Pacientes que se identificavam com peso muito alto apresentaram maior chance de experimentação de fumo (odds ratio (OR 13,57; intervalo de confiança (95% IC 2,05-89,8; p=0,007; em relação ao uso de álcool, adolescentes que se identificavam com peso alto apresentaram chance de uso de álcool 2,40 vezes maior do que crianças que se viam com peso normal (IC 95% 1,08-5,32; p=0,031.Conclusões:Adolescentes com autopercepção de excesso de peso podem constituir um grupo de risco para a experimentação de álcool e tabaco.

  11. La influencia de los padres sobre el consumo de alcohol y tabaco y otros hábitos de los adolescentes de Palma de Mallorca en 2003

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Manuel Kovacs

    2008-01-01

    Full Text Available Fundamento. El consumo de alcohol y tabaco es frecuente entre los adolescentes. El objetivo de este estudio fue determinar la influencia de los hábitos de los padres en los de sus hijos. Métodos. Se estudió a los adolescentes de 13 a 15 años de la isla de Mallorca y a sus padres. Mediante métodos previamente validados se recabó su nivel socioeconómico, sus hábitos (ingesta de alcohol, tabaquismo, práctica de deportes y consumo de televisión, y el rendimiento académico de los adolescentes. Resultados. Participaron 4.019 adolescentes y 7.359 padres. Un bajo nivel socioeconómico se asoció con un mayor riesgo de que los adolescentes fumaran (OR=3,86, IC 95%: 2,30-6,48; p=0,000, bebieran alcohol (OR=1,88; 95% IC: 1,40- 2,54; p=0,000, suspendieran alguna asignatura (OR=6,37, IC 95%: 4,23-9,61; p=0,000, vieran > 2 horas diarias de televisión (OR=1,97;95%IC: 1,69-2,29; p=0,000, y no practicaran deporte (OR=0,55, IC 95%: 0,38-0,80; p=0,001. Además, en el riesgo de que fumaran influyó que la madre bebiera (OR 1,76 IC95% 1,24-1,51; p=0,002, en el de que suspendieran los hijos (no las hijas que los padres fumaran (OR 1,89 IC95% 1,33- 2,68; p=0,000, y los correspondientes hábitos en los padres aumentaron la probabilidad de que los adolescentes bebieran alcohol (OR 1,91 IC95% 1,43-2,51; p=0,000, vieran más de 2 horas diarias la televisión (OR 1,97 IC95% 1,68-2,29; p=0,000 e hicieran deporte (OR 6,67 IC95% 2,57-14,96; p=0,000. Conclusiones. Un bajo nivel socioeconómico se asocia a un mayor riesgo de que los adolescentes españoles fumen, beban alcohol, suspendan, vean más televisión y no practiquen deporte. Además, el que la madre beba se asocia a un mayor riesgo de que sus hijos fumen y beban, y el que ambos padres beban se asocia a un mayor riesgo de que sus hijos lo hagan. La práctica de deportes y el tiempo que pasan ante el televisor los padres influyen en los hábitos correspondientes por parte de sus hijos, pero no influyen en

  12. Factores predictores del inicio y consolidación del consumo de tabaco en adolescentes Analysis of factors related to smoking initiation and continued smoking in young adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Araceli Caballero-Hidalgo

    2005-12-01

    Full Text Available Objetivo: Analizar los factores que determinan la adquisición y posterior consolidación del consumo de tabaco en los jóvenes adolescentes. Material y método: Estudio longitudinal de 3 años de duración (2000-2002 sobre jóvenes estudiantes de enseñanza obligatoria, con una edad al inicio del estudio de 13-14 años. Los datos fueron recogidos mediante encuesta individual, cuyo ámbito de estudio era la isla de Gran Canaria, con una muestra final de 745 individuos. Se estimaron modelos de elección binaria condicional de efectos fijos para datos longitudinales, para determinar la probabilidad de probar por primera vez el tabaco («modelo de inicio», así como sobre la probabilidad de ser fumador ocasional o habitual («modelo de experimentación». Resultados: En el último año, el 57% de los adolescentes encuestados ha tenido contacto con el tabaco alguna vez, un 25% más que en el primer año, algunos de ellos (el 9% de forma diaria. En el «modelo de inicio» los determinantes del consumo de tabaco son el interés por el colegio (odds ratio [OR] = 0,27; intervalo de confianza [IC] del 95%, 0,08-0,87, y OR = 0,14; IC del 95%, 0,03-0,58 para los que manifestaron bastante y mucho interés por el colegio, respectivamente, el consumo de tabaco por parte del mejor amigo (OR = 7,44; IC del 95%, 2,59-21,4, el consumo de alcohol (OR = 11,82; IC del 95%, 4,96-28,2, y OR = 15,42; IC del 95%, 4,68-50,7 para los que beben alcohol de manera ocasional o frecuente, respectivamente, y el dinero disponible (euros semanales (OR = 1,13; IC del 95%, 1,07-1,19. Para el «modelo de experimentación», el consumo de tabaco por parte del mejor amigo (OR = 7,01; IC del 95%, 2,96-16,5, el consumo de alcohol (OR = 5,71; IC del 95%, 1,98-16,4, y OR = 5,22; IC del 95%, 1,56-17,5 para los que beben alcohol de manera ocasional o frecuente, respectivamente y los años que lleva como fumador (OR = 1,44; IC del 95%, 1,11-1,86. Conclusiones: El estudio destaca

  13. Lo que posiblemente no conoce del tabaco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Del Rosario Alvarez-Ramirez

    2004-12-01

    Full Text Available El consumo de tabaco afecta tanto a hombres como a mujeres en cualquier grupo de edad, por contacto directo e indirecta. Actualmente el 30% de los adolescentes entre 13 y 18 años son potencialmente fumadores. El fumador habitual puede estar asociado con enfermedades: cardiovasculares, pulmonares, cáncer y desnutrición. Entre 1978 y 1992 el tabaco fue responsable de 621.678 muertes. El 30% de las muertes por cáncer en Europa son causadas por el tabaco. El tabaco causa más de 10.000 muertes diarias en el mundo.

  14. Relação entre o craving por tabaco e o craving por crack em pacientes internados para desintoxicação

    OpenAIRE

    Taís Cardoso de Zeni; Renata Brasil Araujo

    2011-01-01

    OBJETIVO: Verificar se há relação entre aumento do craving por crack e aumento do craving por tabaco em pacientes internados para desintoxicação. MÉTODO: Ensaio clínico tipo quase-experimental de análise quantitativa. Amostra composta por 32 homens dependentes de cocaína (crack) e tabaco, em duas a três semanas de abstinência. Realizou-se intervenção em grupo, no qual, inicialmente, foram aplicados: CCQB (Cocaine Craving Questionnaire-Brief ), QSUB (Questionnaire of Smoking Urges-Brief ) e BA...

  15. Hábitos dietéticos, peso elevado, consumo de tabaco, lipidemia e hipertensión arterial en adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Remigio Rafael Gorrita Pérez

    Full Text Available Introducción: aunque se conoce que la hipertensión arterial puede tener su origen desde la infancia y adolescencia, en esta etapa no es tan bien valorada como en el adulto. Objetivo: determinar la incidencia de hipertensión arterial en escolares adolescentes, y su relación con hábitos dietéticos, peso elevado, hábito de fumar e hiperlipidemias. Métodos: se realizó un estudio prospectivo y analítico en 532 adolescentes entre 12 y 14 años, de ambos sexos, de la Escuela Secundaria Básica Urbana "Ignacio Agramonte y Loynaz" de San José de las Lajas, durante el curso 2012-2013. Se estableció el riesgo relativo o razón de incidencia para los factores estudiados y la hipertensión arterial. Resultados: se identificaron cifras elevadas de tensión arterial en 21 estudiantes (3,9 %. El 18,6 % eran obesos y sobrepesos, solo el 5,45 % mostró una frecuencia óptima de alimentación posiblemente saludable. Casi la totalidad de obesos y sobrepesos se encontraban entre los que tenían una alimentación no saludable o con riesgo de no serlo. El 95,2 % de los hipertensos recibían alimentación no saludable, o con riesgo de no serlo. El 5 % practicaba el hábito de fumar. El 19,0 y el 14,3 % de los hipertensos tenían cifras elevadas de colesterol y triglicéridos respectivamente, y el 16,1 % de ambos estaban elevados en los obesos. Conclusiones: se estableció la incidencia de hipertensión arterial en adolescentes de una escuela secundaria básica. Se identificaron los hábitos dietéticos inadecuados, el peso elevado y el consumo de tabaco.

  16. Ser adolescente e ser pai/mãe: gravidez adolescente em uma amostra brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eva Diniz Bensaja dei Schiro

    2013-09-01

    Full Text Available O estudo teve por objetivo investigar as características associadas à gravidez adolescente em uma amostra de adolescentes brasileiros de ambos os sexos. Estudo transversal (N = 226 com 64,2% dos participantes do sexo feminino. A média de idade dos participantes foi 18,86 anos (DP = 1,35. Os participantes responderam a um questionário que investigava aspetos como: (1 vida sexual; (2 sentimentos com relação à gravidez; (3 relações com escola; (4 trabalho; e (5 família. Não foram encontradas diferenças de sexo para idade de início da vida sexual nem para o número de gravidezes relatadas. Constatou-se, no entanto, que a gravidez gerou mais sentimentos de vergonha nas meninas (p < 0,01 e indicação de necessidade de buscar trabalho para os meninos (p < 0,001. Os meninos revelaram maior número de repetições de ano e de expulsões da escola em relação às meninas (p < 0,05. Esses resultados sugerem que gravidez adolescente toma diferentes significados para os adolescentes, em função do seu sexo.

  17. Consumo de substâncias psicoativas em uma amostra de adolescentes e sua relação com o comportamento sexual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Miozzo

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo de substâncias psicoativas e o padrão de comportamento sexual em alunos do ensino médio, na cidade de Serafina Corrêa - RS, com uma população aproximada de 15 mil habitantes. MÉTODO: Em estudo transversal, a amostra foi composta por todos os alunos, de ambos os sexos, que estavam cursando o ensino médio nessa cidade. Foram aplicados: um questionário para verificação das variáveis sociodemográficas, um sobre comportamento sexual e outro sobre o consumo de drogas. RESULTADOS: A amostra constituiu-se de 453 alunos, sendo 261 (57,62% do sexo feminino. A droga mais usada durante a vida foi o álcool (82,34%, seguida por tabaco (12,58%, maconha (6,62% e cocaína (5,30%. Em relação ao comportamento sexual dos adolescentes, observou-se que 247 (54,5% referiram já ter tido relação sexual. Foi encontrada uma associação entre o adolescente já ter utilizado drogas em geral (p < 0,001, álcool (p < 0,001 ou tabaco (p = 0,023 e já ter tido relação sexual. CONCLUSÃO: O estudo permitiu conhecer o uso de drogas e características do comportamento sexual dos adolescentes dessa cidade e poderá ser útil para a elaboração de um programa de intervenção para diminuir os fatores de risco para drogadição, incluindo a educação para a promoção da saúde.

  18. Cyberbullying e Esquemas Iniciais Desadaptativos em Adolescentes Brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Louise Mallmann

    2017-07-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo investigar o cyberbullying em adolescentes brasileiros e sua relação com os Esquemas Iniciais Desadaptativos (EIDs. Participaram 273 estudantes brasileiros, que responderam ao Revised Cyberbullying Inventory e ao Questionário de Esquemas de Young para Adolescentes, adaptado à realidade brasileira. Os resultados apontaram que os adolescentes envolvidos em cyberbullying como vítimas e vítimas-agressores apresentaram escores significativamente mais elevados na maioria dos eids do que os não-envolvidos. Vítimas e vítimas-agressores tiveram maiores escores que não-envolvidos nos esquemas de Abandono, Grandiosidade e Autocontrole Insuficiente. Vítimas indicaram escores mais altos do que não-envolvidos em Autossacrifício e Defeito, e maiores escores que agressores no esquema de Defeito. Vítimas-agressores apresentaram escores mais altos do que não-envolvidos nos esquemas de Desconfiança, Busca de Aprovação, Negativismo e Padrões Inflexíveis. Discute-se a maior frequência de cyberbullying entre meninas, e os EIDs como fatores que tornam adolescentes mais vulneráveis à cyber vitimização ou cyber agressão.

  19. Aprendiz versus trabalhador: adolescentes em processo de aprendizagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayte Raya Amazarray

    Full Text Available Este estudo objetivou conhecer a experiência de adolescentes em processo de inserção laboral. Participaram 10 adolescentes, de ambos os sexos, com idades entre 15 e 16 anos, em contrato de aprendizagem em empresa pública. Foi utilizada uma abordagem qualitativa, com aplicação de questionário biosociodemográfico e grupos focais. Criaram-se quatro categorias temáticas: ser adolescente, aprendiz versus trabalhador, significado do trabalho e futuro profissional. Constatou-se indiferenciação entre os papéis de trabalhador e aprendiz. A experiência de aprendizagem foi percebida como situação privilegiada para a formação profissional. Expectativas acerca do futuro laboral revelaram insegurança e desinformação quanto ao mercado de trabalho. Evidenciou-se a importância da experiência para a construção da identidade de trabalhador e da realização de programas de acompanhamento junto a adolescentes aprendizes.

  20. FACE DA MORTE: A LEI EM CONFLITO COM O ADOLESCENTE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciene Jimenez

    2015-08-01

    Full Text Available O artigo traça um breve panorama histórico de como a lei tem abordado a temática da infância e adolescência no Brasil desde o Código de Menores ao Estatuto da Criança e do Adolescente, priorizando o adolescente em conflito com a lei. A partir do Mapeamento Nacional de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto e do Índice de Homicídios na Adolescência, relaciona o perfil dos adolescentes brasileiros integrantes do sistema socioeducativo em meio aberto com aquele dos adolescentes vítimas de homicídio: são do sexo masculino, pobres, de baixa escolaridade, vivendo nas regiões metropolitanas dos grandes centros urbanos, embora nos últimos anos tenha se observado um processo de interiorização das mortes violentas. Partindo das compreensões de disciplina e biopoder, conforme postuladas por Michel Foucault, busca promover reflexões acerca da incidência das medidas socioeducativas sobre um determinado grupo, justamente aquele que diariamente engrossa as estatísticas de mortalidade decorrente de causas violentas.

  1. Exposición de adolescentes de escuela secundaria de la Argentina y México a escenas de tabaco en películas de cine: una estimación poblacional

    OpenAIRE

    María V. Salgado; Adriana Pérez; Erika N. Abad Vivero; James F. Thrasher; James D. Sargent; Raúl Mejía

    2016-01-01

    Introducción: el tabaquismo en películas promueve el inicio de tabaquismo en adolescentes Objetivo: estimar el nivel de exposición a imágenes de tabaco contenidas en películas vistas por adolescentes de Argentina y México Métodos: Se realizó una encuesta a alumnos de primer año del secundario de Argentina y México. Se analizaron las 100 películas con mayor recaudación en cada año del periodo 2009-2013 (Argentina) y 2010-2014 (México). A cada participante se le asignó una muestra aleat...

  2. Hipertensão do avental branco em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bianca Fernandes Resende Candido

    2015-06-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a prevalência da hipertensão do avental branco em crianças e adolescentes, bem como os fatores de risco para a hipertensão arterial. Métodos: Analisaram-se alguns fatores de risco para a hipertensão arterial e os valores pressóricos com o avaliador utilizando vestimentas brancas e coloridas. Realizou-se o teste t pareado para avaliar os valores pressóricos dos adolescentes medidos utilizando diferentes vestimentas e a odds ratio para associar os fatores de risco e a hipertensão arterial, ambos a 5%. Resultados: Participaram 115 crianças e 115 adolescentes, sendo que 27,90% das neninas e 37% dos meninos apresentaram excesso de peso; os perímetros da cintura e do pescoço estavam aumentados em 13,04 e 33,91% dos avaliados, respectivamente. A hipertensão do avental branco foi identificada em 31,52% dos adolescentes, sendo que todos se apresentaram normotensos quando os valores pressóricos foram avaliados com roupas coloridas. Os fatores de risco associados à hipertensão arterial foram o excesso de peso, a ausência de aferição da pressão arterial e o perímetro do pescoço aumentado. Conclusão: Apenas os adolescentes sofreram interferência das vestimentas brancas e apresentaram a hipertensão do avental branco. Os avaliados apresentaram fatores de risco que podem contribuir para o desenvolvimento da hipertensão arterial.

  3. Prevalência da exposição ao fumo ambiental do tabaco em casa e do tabagismo na população Portuguesa – o estudo INAsma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.M. Pereira

    2013-05-01

    Full Text Available Resumo: Introdução: Neste estudo, pretendemos: 1 estimar a prevalência, na população portuguesa, da exposição ao fumo ambiental do tabaco em casa; 2 estimar a prevalência de tabagismo em Portugal; 3 identificar as características sociais e pessoais associadas ao tabagismo ou à exposição ao fumo ambiental do tabaco. Métodos: Estudo transversal consistindo na aplicação, à população, a nível nacional, de questionário telefónico. Completaram a entrevista 6 003 indivíduos. A exposição ao fumo ambiental do tabaco em casa foi definida como a exposição, em casa, ao fumo do tabaco de, pelo menos, um fumador atual. Por fumador entendeu-se um indivíduo com ≥ 15 anos que fumou, pelo menos, um cigarro por dia durante um período de um ano; um fumador atual fumou no último mês. Resultados: Referiram exposição ao fumo ambiental do tabaco em casa 26,6% dos participantes (IC 95%: 25,5-27,7. Viver num agregado familiar constituído por ≥ 4 pessoas (OR = 2,31; IC 95%: [1,81-2,96], ser fumador atual (OR = 7,29; IC 95%: [5,74-9,26] ou ter asma atual (OR = 2,06; IC 95%: [1,45-2,94] associaram-se positivamente à exposição ao fumo ambiental do tabaco. Na análise estratificada por sexo, o efeito da asma atual manteve-se apenas nas mulheres.Atualmente, 19,0% (IC 95%: 18,0-20,0 da população portuguesa é fumadora e 17,2% (IC 95%: 16,2-18,2 são ex-fumadores. A prevalência de fumadores atuais é mais elevada nos homens do que nas mulheres (26,5 versus 12,2%, p < 0,001. A probabilidade de ser um fumador atual foi maior nos homens, nas pessoas mais instruídas e nos indivíduos expostos, em casa, ao fumo ambiental do tabaco. Na análise estratificada por sexo, o efeito da escolaridade manteve-se apenas nas mulheres. Conclusão: A exposição ao fumo ambiental do tabaco em casa foi mais elevada do

  4. Gravidez em mulheres adolescentes: a ótica de familiares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Raquel Rosado Morais

    2002-08-01

    Full Text Available Estudo descritivo, em que se objetivou conhecer a ótica de familiares acerca da situação da gravidez de uma adolescente do grupo. O estudo foi desenvolvido no município de Mossoró-RN, no Conjunto Liberdade II. Quatorze famílias participaram do estudo e a amostra de familiares de adolescentes grávidas ficou constituida por dezenove pessoas: treze mães, uma avó, duas sogras, um pai. um padrasto e um sogro. Entre os resultados do estudo, verificou-se que a preocupação com a imaturidade física e emocional das adolescentes grávidas e as questões de ordem econômica predominaram nos discursos de grande parte dos familiares; que a crise situacional intrafamiliar parecia resolver-se com o evolver da gestação e ter solução mais rápida quando a adolescente estabelecia uma união consensual com o parceiro afetivo-sexual; e que, mesmo vivendo uma crise, o comportamento de solidariedade dos familiares superou as reações emocionais negativas e os conflitos interpessoais iniciais.

  5. Epidemiologia da alergia ocular e comorbidades em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Geraldini

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: A prevalência de conjuntivite alérgica (CA não foi estabelecida. Estimativas sugerem que alergias oculares afetam de 15 a 20% da população mundial, ainda que a maioria dos estudos epidemiológicos abranjam sintomas de alergia nasal e ocular e não sejam específicos a respeito da CA. O objetivo deste estudo foi verificar a prevalência de sintomas, comorbidades e o impacto da alergia ocular em adolescentes. MÉTODOS: Os adolescentes foram selecionados de uma amostra de escolas e preencheram, em sala de aula, um questionário previamente validado sobre os sintomas da CA. O seu diagnóstico foi considerado quando mais de três episódios de prurido ocular foram relatados nos últimos 12 meses. Sintomas relacionados, como lacrimejamento, fotofobia, sensação de corpo estranho, impacto sobre as atividades diárias e diagnóstico de conjuntivite alérgica, foram analisados. RESULTADOS: Foram obtidos questionários de 3.120 adolescentes (média de 13,3±1,1 ano. Nos últimos 12 meses, 1.592 (51% adolescentes tiveram prurido ocular. O sintoma relacionado mais frequente foi lacrimejamento (74%, seguido de fotofobia (50,1% e sensação de corpo estranho (37,1%. A prevalência de conjuntivite alérgica foi de 20,7%, afetando mais pessoas do sexo feminino do que do masculino (56,1% em comparação a 45,9%; p = 0,01. O risco de um adolescente com alergia ocular apresentar asma, rinite e eczema atópico foi (RC = 5,7; IC de 95%: 4,5 a 7,1; (RC = 3,6; IC de 95%: 3,0 a 4,3 e (RC = 2,6; IC de 95%: 2,0 a 3,5, respectivamente. Uma interferência grave nas atividades diárias foi relatada por 30,5%. CONCLUSÕES: Sintomas de alergia ocular são comuns, frequentemente relacionados a outras doenças alérgicas, e causam impacto sobre as atividades diárias de adolescentes.

  6. Trombose Venosa Profunda em Adolescente - Caso Clínico

    OpenAIRE

    Mendes, Patrícia; Palaré, Maria João; Ferrão, Anabela; Cabral, Aguinaldo; Morais, Anabela

    2014-01-01

    A trombose venosa profunda (TVP) é uma entidade rara na idade pediátrica mas quando presente é causa de morbilidade e mortalidade importantes.Em 95% dos casos, a TVP tem uma causa subjacente, hereditária ou adquirida que deve ser investigada.Os autores apresentam o caso clínico de uma adolescente com TVP extensa do membro inferior em que a investigação etiológica revelou a existência de vários factores protrombóticos: síndrome de anticorpos anti-fosfolípidos, hiperhomocisteinémia relacionada ...

  7. Riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Silvia Ferrari Lavrador

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há poucos estudos sobre riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade. OBJETIVO: Avaliar repercussões metabólicas associadas a diferentes graus de obesidade em adolescentes e seu impacto nos riscos cardiovasculares. MÉTODOS: Estudo transversal com 80 adolescentes obesos, divididos em dois grupos: 22,5, denominados obesos com menor e maior grau de obesidade, respectivamente. Foram realizados exame físico e avaliação bioquímica e de composição corporal. Para a análise estatística, foram aplicados os testes t-Student e qui-quadrado, com a finalidade de comparar os dois grupos. Modelo logístico múltiplo foi utilizado para verificar as associações entre variáveis bioquímicas e grau de obesidade. Foram desenvolvidos escores de risco para doença cardiovascular, de acordo com o número de alterações encontradas nas seguintes variáveis: glicemia de jejum, triglicérides, HDL e PA. Foram verificadas associações entre esses escores e o grau de obesidade. RESULTADOS: Os dois grupos diferiram em valores de peso, circunferência da cintura, glicemia e insulina de jejum, HOMA-IR, triglicérides, HDL, PA e medidas de composição corporal (p<0,05. Os adolescentes com maior grau de obesidade apresentaram maiores frequências de alterações para glicemia, HOMA-IR, triglicérides, HDL e pressão arterial (p<0,05. O modelo logístico mostrou associações entre o grau de obesidade e as variáveis: HDL (OR=5,43, PA (OR=4,29, TG (OR=3,12. O escore de risco demonstrou que 57,7% dos adolescentes com maiores graus de obesidade tinham duas ou mais alterações metabólicas para 16,7% do outro grupo (p<0,001. CONCLUSÃO: O grau da obesidade influenciou no aparecimento de alterações que compõem a síndrome metabólica, aumentando o risco cardiovascular.

  8. “Novas” Crises em Adolescente com Epilepsia

    OpenAIRE

    Marques, Filipa Carlota; Leal, Dora; Soares, Ana Rita; Ferreira, José Carlos; Cabral, Pedro

    2015-01-01

    Descreve-se o caso de uma adolescente com antecedentes de epilepsia refratária à terapêutica que inicia um novo tipo de crises. Apesar de haver características semiológicas que nos permitem direcionar o diagnóstico diferencial entre crises epiléticas e pseudocrises, o diagnóstico nem sempre é fácil e muitas vezes ambas as patologias podem coexistir no mesmo paciente. Com este caso clinico pretende-se alertar para a existência de pseudocrises em doentes com epilepsia e para a importância de um...

  9. Padrao epidemiologico das oclusopatias muito graves em adolescentes brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Glazer Peres

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever o padrão de distribuição das oclusopatias em adolescentes brasileiros e identificar fatores associados a esse agravo bucal. MÉTODOS: Foram analisados dados de 7.328 e 5.445 adolescentes de 12 e 15-19 anos, respectivamente, participantes da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal (SBBrasil 2010. O desfecho foi oclusopatia muito grave segundo o índice de estética dental. As variáveis de exposição foram sexo, cor da pele, renda familiar mensal, número de bens, aglomeração no domicílio, cárie não tratada, perda dentária, uso, frequência e motivo da consulta odontológica. Foram conduzidas análises de regressão logística considerando a complexidade do desenho amostral, com base em modelo hierarquizado. RESULTADOS: Prevalência de oclusopatia muito grave foi observada em 6,5% e 9,1% nos jovens de 12 e 15-19 anos, respectivamente. Após análise ajustada, a chance do desfecho foi 1,59 (IC95% 1,08;2,34 vez maior nos pardos e pretos em relação aos brancos e 2,66 (IC95% 1,26;5,63 vezes maior dentre aqueles com perda de pelo menos um primeiro molar aos 12 anos. Jovens de 15-19 anos cuja renda familiar mensal foi de até R$ 1.500,00 (OR 2,69 [IC95% 1,62;4,47] e aqueles que consultaram o dentista para tratamento (OR 2,59 [IC95% 2,55;4,34] apresentaram maior chance de oclusopatia muito grave quando comparados aos de maior renda e que procuraram o dentista para prevenção. CONCLUSÕES: A distribuição das oclusopatias em adolescentes brasileiros segue o padrão de iniquidade social de outros agravos à saúde. Essas informações são úteis para a formulação de critérios relacionados tanto com a distribuição e provisão de recursos quanto com as prioridades de tratamento ortodôntico fundamentados no princípio da equidade da atenção à saúde bucal.

  10. Qualidade de vida em adolescentes com necessidades especiais em um município de Pernambuco

    OpenAIRE

    Christielle Lidianne Alencar Marinho; Sandra Conceição Maria Vieira

    2015-01-01

    Objetivo: Avaliar a qualidade de vida (QV) e a associação desta com variáveis demográficas de adolescentes com necessidades especiais (física, visual e auditiva). Métodos: Tratou-se de um estudo descritivo, de corte transversal, com 72 adolescentes entre 10 e 19 anos, em instituições de ensino público estadual de Petrolina no estado de Pernambuco, Brasil, no período de agosto a outubro de 2012. Para avaliação da QV, foi utilizado o questionário World Health Organization Quality of Life, versã...

  11. Carie dentaria e necessidades de tratamento em adolescentes paulistas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Luz Rosario de Sousa

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de cárie dentária e necessidades de tratamento em crianças de 12 anos e adolescentes. MÉTODOS: Estudo transversal com base nos resultados dos levantamentos epidemiológicos Condições de Saúde Bucal no Estado de São Paulo em 2002 e Pesquisa Nacional de Saúde Bucal (SBBrasil 2010. Foram analisados os dados secundários de 5.782 crianças (2002 de 12 anos e outras 369 (2010; e para a faixa de 15 a 19 anos foram analisados 880 jovens (2002 e 300 jovens em 2010. A experiência de cárie foi avaliada pelo índice CPOD (dentes cariados, perdidos e obturados e foram verificadas as necessidades de tratamento odontológico segundo os critérios propostos pela Organização Mundial da Saúde. O índice Significant Caries Index foi empregado para medir a severidade da cárie no terço do grupo que apresentou maior prevalência da doença. Para a análise dos resultados utilizaram-se os testes de Qui-quadrado e Mann-Whitney, com nível de 5% de significância. RESULTADOS: Houve diminuição de 39,3 pontos percentuais no índice CPOD aos 12 anos (p < 0,001 e de 41,1 pontos percentuais nos adolescentes (p < 0,001 entre 2002 e 2010, e aumento de aproximadamente 161,0 pontos percentuais e 303,0 pontos percentuais no grupo livres de cárie, respectivamente. A porcentagem de dentes restaurados diminuiu nos dois grupos etários, mas a prevalência de dentes cariados não se alterou para o grupo de alta experiência de cárie. No grupo de baixa experiência de cárie ocorreu diminuição do componente perdido para os adolescentes e aumento do componente cariado aos 12 anos e adolescentes. Houve aumento da necessidade de tratamento endodôntico no grupo total e no de alta experiência de cárie aos 12 anos; e entre os adolescentes a necessidade de restauração de duas ou mais faces diminuiu no grupo todo e também no de baixa experiência. CONCLUSÕES: A diminuição da necessidade de tratamento de baixa complexidade entre

  12. Adolescentes em conflito com a lei Adolescents in conflict with the law

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseana Mara Aredes Priuli

    2007-10-01

    Full Text Available O estudo focou o adolescente autor e vítima da violência, fenômeno crescente no Brasil. Dados coletados dos prontuários dos internos de São José do Rio Preto e seleção das variáveis: local de moradia, idade, escolaridade, tipo e local das infrações, uso de drogas e ocupação, composição familiar, renda, escolaridade e trabalho dos pais. Os resultados revelaram perfil sociodemográfico, infracional e relacional de parte significativa com 17 anos, ensino fundamental incompleto, evadido da escola, sem trabalho e residente na região norte, de menor poder socioeconômico. A infração de maior percentual foi roubo, seguida de furto, tentativa de homicídio, homicídio, roubo qualificado, tráfico de drogas e roubo com morte, nos bairros da região norte. A maioria usava tabaco, maconha, álcool, crack; a minoria, cocaína, thinner e cola. Detectou-se realidade precária de familiares com baixo nível de renda, escolaridade, profissão e abuso de álcool, contribuindo para transformar os adolescentes em vítimas. A maioria das mães, provedora do lar, principal figura na internação e mediadora entre o adolescente, o poder judiciário e a comunidade. Considerando o elevado custo da violência interpessoal, concluímos, nesse estudo, a necessidade de políticas públicas para crianças e adolescentes na cidade de São José do Rio Preto.This study is focused on teenagers who behave violently and who are also victims of violence. The data was collected from records of adolescent inmates in São José do Rio Preto. The variables selected were: place of residence, age, education level, type of offense, drugs use, family income, parent education levels, jobs. The findings disclose a social and demographic profile for teenagers around seventeen years old with only elementary education. The most common offence was robbery; followed by theft, homicide, drug dealing, and robbery leading to death. Most of these teenagers smoked tobacco and

  13. Transtornos alimentares em bailarinas clássicas adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayara Freitas Monteiro

    2013-09-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar a prevalência de sintomas de transtornos alimentares (TAs em bailarinas clássicas adolescentes. Métodos: Estudo observacional, transversal e analítico, realizado em 2009, cujos sintomas de TAs foram investigados aplicando-se os testes Eating Attitudes Test (EAT-26 e Bulimic Investigatory Test, Edinburgh (BITE. A avaliação da imagem corporal da população estudada se deu pelo Body Shape Questionnaire (BSQ. Além disso, foi realizada avaliação antropométrica – aferição de peso, estatura e pregas cutâneas, cálculo do índice de massa corporal (IMC e percentual de gordura corporal. Resultados: Das 139 adolescentes avaliadas, os desvios nutricionais estavam presentes em 4,4% (n=6; e 23% (n=32 apresentaram percentual de gordura anormal. A análise do EAT concluiu que 12,3% (n=17 apresentaram resultados positivos para a anorexia nervosa (AN. Diante dos resultados do BITE, identificou-se que 13,7% (n=19 apresentam hábito alimentar não usual e 6,5% (n=9 refletem quadro subclínico de bulimia nervosa (BN. Com relação à gravidade, 3,6% (n=5 apresentaram resultado significativo clinicamente e 1,4% (n=2, de alta gravidade. Ao avaliar o BSQ, 15,7% (n=21 encontravam-se levemente preocupadas com a imagem corporal; 5,2% (n=7, moderadamente; e 6,7% (n=9, extremamente preocupadas. Conclusão: O estudo não diagnosticou a presença de TAs, mas verificou a existência de sintomas de anorexia e bulimia nervosa. Ele teve como principal intuito alertar sobre a prevalência do possível desenvolvimento de TAs diante das interferências do meio em que essas adolescentes convivem, sob o modelo definido pelo balé clássico e as perturbações comuns na fase da adolescência.

  14. Prevalência da abstinência ao tabaco de pacientes tratados em unidades de saúde e fatores relacionados

    OpenAIRE

    Sattler,Alexandre Coutinho; Cade,Nágela Valadão

    2013-01-01

    O objetivo é conhecer a prevalência e identificar as variáveis relacionadas com a abstinência do tabaco em pacientes tratados nos Grupos de Apoio Terapêutico ao Tabagista (GATT) em unidades de saúde do município de Vitória (ES), no ano de 2009. Estudo transversal com 160 participantes do GATT que participaram de 75% das sessões. Realizada entrevista por telefone, 9 a 20 meses após o tratamento, e usado dados secundários do roteiro de entrevista inicial. Na análise estatística, foram utilizado...

  15. EROSÃO DE SOLOS NO CULTIVO DE TABACO (NICOTINA TABACUN EM UMA PEQUENA PROPRIEDADE RURAL NO MUNICÍPIO DE IRATI PARANÁ.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdemir Antoneli

    2011-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho, foi avaliar a taxa de erosão de solos no cultivo do tabaco (nicotina tabacun. L em uma pequena propriedade, sob plantio convencional em Irati –Pr. Utilizou-se do método de áreas de contenção, sendo estimadas taxas de deposição de sedimentos, oriundos de uma área de 1.432 m2. A fumicultura na Região Centro Sul do Estado do Paraná (onde a área de estudos está inserida, é uma das alternativas viáveis das pequenas propriedades, por utilizar uma área de apenas 2,5 ha para geração de renda. O desencadeamento dos problemas ambientais causados por esta atividade está pautado, em alguns casos, na utilização de áreas com declives acentuados (>30%. O plantio convencional do tabaco é realizado sob um camalhão (murundus. A construção deste camalhão contribui para a formação de um canal efêmero de escoamento da água da chuva. A concentração de água na entrelinha (entressulco, potencializa as perdas de solo, principalmente, por haver remobilização constante deste solo para eliminação das ervas daninhas. Após o monitoramento de uma safra (setembro a fevereiro, foram estimadas perdas em torno de 27,58 t/ha sendo considerada uma taxa alta, pois se refere apenas ao período em que o solo estava sob o cultivo do tabaco.

  16. Tendências e desigualdades nos comportamentos de risco em adolescentes: comparação das coortes de nascimentos de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leidy Johanna Ocampo Arroyave

    Full Text Available Resumo: O objetivo do presente trabalho é descrever tendências e desigualdades nos comportamentos de risco à saúde em adolescentes. Estudo transversal, comparando duas coortes de nascimentos da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Foram incluídos 1.281 adolescentes da coorte de 1982 e 4.106 da coorte de 1993 acompanhados em 2001 e 2011, respectivamente. Foi avaliado o consumo de álcool, uso de drogas ilícitas, uso de tabaco, iniciação sexual < 16 anos, não uso de preservativo e múltiplos parceiros sexuais. Foram calculadas prevalências totais para cada coorte, estratificadas por sexo e renda per capita, e medidas de desigualdades absoluta e relativa. Houve diminuição, de 2001 para 2011, na prevalência de uso experimental de álcool, uso de drogas, fumo e não uso de preservativos, e aumento no número de parceiros sexuais. O gap na prevalência conforme sexo aumentou para o não uso de preservativo, e para os outros aumentou. O gap entre grupos de renda diminuiu para iniciação sexual < 16 anos e aumentou para episódios de embriaguez. Apesar da tendência de diminuição na prevalência dos comportamentos de risco, as desigualdades socioeconômicas persistiram.

  17. Condiloma Acuminado em Crianças e Adolescentes

    OpenAIRE

    Rehme,Marta Francis Benevides; Carvalho,Newton Sérgio de; Ihlenfeld,Mauro Fernando Kürten; Chuery,Ana Carolina Silva

    1998-01-01

    Objetivo: analisar os fatores epidemiológicos, manifestações clínicas e forma de tratamento da infecção pelo papilomavírus. Métodos: todos os casos de condiloma acuminado em crianças e adolescentes atendidas no período de 1990 a 1995 no Ambulatório de Ginecologia Infanto-Puberal foram revisados, tendo sido coletados dados referentes a idade, manifestações clínicas, local das lesões, formas de transmissão e tratamento. Resultados: entre os 18 casos estudados, a média de idade foi de 6 anos e 1...

  18. Behavioral problems and tobacco use among adolescents in Central America and the Dominican Republic Problemas conductuales y consumo de tabaco en adolescentes de Centroamérica y la República Dominicana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kenneth Vittetoe

    2002-02-01

    effective tobacco preventive intervention programs.Objetivos. Investigar la asociación entre los problemas conductuales y el consumo de tabaco en estudiantes adolescentes de seis países centroamericanos y la República Dominicana. Métodos. Los datos fueron extraídos de un estudio internacional en el que, en cada país, se aplicaron cuestionarios a 451-1 170 estudiantes adolescentes. Las evaluaciones se basaron en una versión adaptada al español del Cuestionario de Tamizaje del Consumo de Drogas (Drug Use Screening Inventory. Los análisis se realizaron mediante regresión logística condicional; los estudiantes se aparearon según el tipo de escuela y la zona, y se efectuaron otros ajustes estadísticos en función del sexo, edad y algunos factores de riesgo. Resultados. El consumo de tabaco presentó enormes variaciones de un país a otro. No obstante, combinando los datos de todos los países y controlando los efectos del sexo, edad, falta de participación en actividades recreativas, grado de irritabilidad y magnitud de los problemas escolares, familiares y de salud mental, se estimó que el consumo de tabaco en los jóvenes con los mayores grados de problemas conductuales era más de cinco veces mayor que en los jóvenes con los menores grados de problemas conductuales. Los análisis de cada país revelaron que los jóvenes con mayores problemas conductuales presentaban constantemente mayor consumo de tabaco que los jóvenes con menores problemas conductuales. Conclusiones. Estos resultados concuerdan con los de estudios anteriores acerca del consumo de tabaco en adolescentes con problemas conductuales. Aunque su magnitud varió en función del país de residencia, las asociaciones observadas fueron fuertes y significativas según los criterios convencionales en casi todos los países estudiados. Este es el primer estudio que se realiza en estos siete países para investigar posibles relaciones causales como estas. Son necesarias más investigaciones para ampliar

  19. Traumatismos raquimedulares penetrantes em adolescentes Traumatismos raquimedulares penetrantes en adolescentes Penetrating spinal cord injuries in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Campos Moraes Amato

    2009-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a conduta em uma série de adolescentes com traumatismos raquimedulares penetrantes (TRMp e, confrontando com a literatura, estabelecer a melhor estratégia terapêutica para esses pacientes. MÉTODOS: avaliação retrospectiva de prontuários médicos de dez pacientes, nove do sexo masculino e um do feminino, com TRMp e menores de 18 anos, tratados à nível hospitalar. Analisou-se a anamnese, o exame neurológico e os exames de imagem. A conduta terapêutica variou entre cirurgia ou conservador. RESULTADOS: a média de idade foi de 16 anos (13 a 18 anos. A mediana de hospitalização inicial foi de 11 dias (4 a 180 dias. Quatro pacientes foram submetidos à laminectomia, um ao desbridamento da lesão e os demais a tratamento conservador. Só um paciente, foi submetido à laminectomia, que migrou para Frankel E. Nenhum paciente apresentou infecção da ferida ou instabilidade tardia da coluna vertebral. CONCLUSÃO: as lesões medulares secundárias desempenham pouca importância no resultado neurológico, o que leva à definição clínica do quadro na admissão hospitalar da maioria dos casos. Houve uma nítida predominância de TRMp em adolescentes do sexo masculino. Não ocorreu diferença significativa entre as condutas realizadas em relação ao resultado neurológico, à infecção e instabilidade. O tratamento deve ser individualizado, não negligenciando o tratamento clínico e considerando a cirurgia apenas em casos específicos.OBJETIVO: analizar la conducta en una serie de adolescentes con traumatismos raquimedulares penetrantes (TRMp y confrontar con la literatura, además de establecer la mejor estrategia terapéutica para eses pacientes. MÉTODOS: evaluación retrospectiva de historias clínicas de diez pacientes, nueve masculinos y un femenino de TRMp menores de 18 años, tratados a nivel hospitalar. Se analizó la anamnesis, el examen neurológico y los exámenes de imagen. La conducta terapéutica vari

  20. Bullying e autoestima em adolescentes de escolas públicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila C. Brito

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: realizar diagnóstico situacional do bullying e autoestima em unidades municipais de ensino, por meio de estimativa da prevalência do bullying, segundo o sexo, faixa etária e situação do ator; identificar o nível de autoestima dos escolares segundo sexo e situação do ator e correlacionar com o envolvimento em situações de bullying. MÉTODOS: estudo transversal, realizado com 237 alunos, do 9º ano do ensino fundamental, em escolas públicas municipais do Programa Saúde na Escola de Olinda (PE. Foi utilizado um questionário dividido em três blocos, um sociodemográfico, outro sobre bullying, validado por Freire, Veiga e Ferreira, e um para avaliar a autoestima, de Rosenberg. RESULTADOS: a prevalência de bullying foi de 67.5%. A população do estudo foi composta por adolescentes do sexo feminino (56,4%, na faixa etária de 15-19 anos (51,3%, de raça/cor preta (69,1%. Grande parte mora com quatro ou mais pessoas (79,7%, em casa própria (83,8% e com cinco ou mais cômodos na residência (79,1%. Presenciar ou sofrer bullying foram às situações mais registradas (59,9% e 48,9%, respectivamente; Quando se associou os papéis de bullying e autoestima em relação ao sexo verificou-se que no grupo de vítimas/agressores e agressores (p = 0,006 e 0,044; respectivamente, o sexo masculino apresentou escores de autoestima superiores estatisticamente significativos em relação aos do sexo feminino. CONCLUSÃO: os achados apontam para um número grande de alunos envolvidos nos diversos papéis do bullying, identificando-se associação entre estas características e o sexo/gênero e autoestima dos envolvidos. Identifica-se a necessidade de estudos adicionais sobre a natureza do evento.

  1. Histórias de aborto provocado entre adolescentes em Teresina, Piauí, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria das Dores Nunes

    2013-08-01

    Full Text Available Este artigo analisa os métodos, os percursos e as redes de apoio utilizados por adolescentes para o aborto clandestino. O estudo, transversal e descritivo, entrevistou 30 adolescentes internadas após a curetagem uterina por aborto em dois hospitais públicos de Teresina, de junho a novembro de 2011. O consentimento livre e esclarecido foi oral e as entrevistas foram gravadas após a confirmação do aborto induzido. Majoritariamente, as adolescentes tinham entre 14 e 17 anos, eram solteiras, urbanas, moravam com os pais, tinham baixa escolaridade e registravam idade gestacional de 12 semanas. O Cytotec foi usado isoladamente por 28 (94% adolescentes - de 3 a 6 comprimidos, vaginal e/ou oralmente, que procuraram o hospital após sangramento vaginal e/ou cólicas intensas. Elas compraram o Cytotec sozinhas (43%, 13 ou com ajuda de amigo ou companheiro (40%, 12, em farmácias comuns. O medicamento foi vendido pelo proprietário (45%, 13 ou pelo balconista (55%, 16, que deu as orientações de uso. O apoio para as adolescentes irem ao hospital foi dado pela mãe (40%, 12 ou por amiga (30%, 9. Houve 3 (10% complicações graves, resultando em internação de até 20 dias. O estudo demonstra a predominância do Cytotec como método abortivo entre adolescentes.

  2. Estudio descriptivo del uso de drogas en adolescentes de educación media superior de la ciudad de Monterrey, Nueva León, México Estudo descritivo do uso de drogas em adolescentes de educação média supeiror da cidade de monterrey, Nova Leon, México Descriptive study of drugs use among adolescents in higher middle education in Monterrey, Nueva León, Mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gregorio Martinez Rodríguez

    2004-04-01

    Full Text Available Se buscó establecer el perfil de consumo de drogas lícitas e ilícitas, patrones de consumo y estrategias de afrontamiento y resistencia al alcohol, tabaco y otras drogas en adolescentes de educación media superior. El estudio se sustentó en los conceptos de autores especializados en el tema considerándose las características conductuales, psicológicas y normativas de la persona. La muestra no probabilística consistió de 325 jóvenes. Los resultados indicaron que 67%, 65% y 7% de los adolescentes aceptaron haber usado alcohol, tabaco y marihuana alguna vez en su vida respectivamente y en el último mes el 33%, 38% y 3% esas mismas substancias, 65% consideran que la mayoría de sus compañeros han hecho uso; 56% tuvieron que rechazar una vez el ofrecimiento de alcohol, 64% tabaco y 51% marihuana, en el último mes con base en esos hallazgos. Se recomienda implementar un programa de prevención orientado a apoyar los recursos del adolescente para resistir las presiones para el consumo.Buscou-se estabelecer o perfil de consumo de drogas lícitas e ilícitas, padrões de consumo e estratégias de enfrentamento e resistência ao álcool, tabaco e outras drogas em adolescentes de educação média superior. O estudo fundamentou-se nos conceitos de autores especializados no tema, considerando-se as características comportamentais, psicológicas normativas da pessoa. A amostra, não probabilística, consistiu de 325 jovens. Os resultados indicaram que 67%, 65% e 7% dos adolescentes aceitaram haver usado álcool, tabaco e maconha alguma vez na vida respectivamente e no último mês, 33%, 38% e 3% essas mesmas substâncias; 65% consideram que a maioria de seus companheiros fez uso; 56% tiveram que recusar uma vez a oferta de álcool, 64% tabaco e 51% maconha, no último mês. Com base nesses achados recomenda-se a implementação de um programa de prevenção orientado a apoiar os aportes dos adolescentes para resistir à pressão para o consumo

  3. Espondilite tuberculosa em adolescente Tuberculous spondylitis in teenager

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Maciel Lyra Cabral

    2005-06-01

    Full Text Available Relata-se o caso de uma adolescente com tuberculose osteoarticular em coluna lombossacral, uma localização incomum. O seu diagnóstico permanece um desafio por apresentar sintomas gerais inespecíficos e lesões ósseas que podem ser confundidas com outras afecções. A doença é degenerativa e de prognóstico reservado. São discutidos aspectos clínicos, laboratoriais e de imagem, incluindo tomografia computadorizada e ressonância magnética. A reação em cadeia da polimerase, usando o marcador IS 6110 para M. tuberculosis, foi positiva, sugerindo fortemente a presença do patógeno. Este ensaio é particularmente indicado quando se exige um diagnóstico de tuberculose rápido e sensível.This article presents a case report of osteoarticular tuberculosis affecting lumbar sacral column non-typical attack. The diagnosis remains a medical challenge because the symptoms and bone lesions are not specific and can be mislead with other morbidity such as inflammatory, circulatory, metabolic, traumatic, congenital and tumoral diseases. The disease is degenerative and the prognosis not satisfactory. Besides the clinical aspects and laboratory, imaging results, including computed tomography and magnetic ressonance, are discussed. A PCR system targeting the IS 6110 of M. tuberculosis was positive, strongly suggesting the presence of this pathogen. This assay would be particularly indicated when quick and sensitive diagnosis of tuberculosis is required.

  4. Levantamento de problemas comportamentais/emocionais em um ambulatório para adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benedita Salete Costa Lima Valverde

    2012-12-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo identificar os principais problemas comportamentais e emocionais percebidos por adolescentes que frequentam um ambulatório de saúde. Participaram 320 adolescentes que não estavam em atendimento psicoterápico e que responderam, na sala de espera de um ambulatório, o Youth Self Report. O principal problema relatado foi Ansiedade/Depressão. Os meninos obtiveram escores mais altos em Problemas Sociais e mais baixos em Comportamento Delinquente; as meninas apresentaram-se com menos problemas no agrupamento Problemas Somáticos e com mais problemas em Ansiedade/Depressão. Quanto à faixa etária, observou-se que Problemas Sociais esteve associado ao início da adolescência. Quanto à incidência, menos de um quarto dos adolescentes apresentaram-se com problemas, sugerindo que a adolescência não é um período de turbulência. Observou-se que alguns adolescentes necessitam de uma avaliação mais detalhada, pois relataram comportamentos indicativos de transtornos mentais. Conclui-se a necessidade de profissionais de saúde mental integrarem a equipe de saúde que atende adolescentes.

  5. The effects of social networks on tobacco use among high-school adolescents in Mexico Efectos de redes sociales sobre el uso de tabaco en adolescentes de preparatoria en México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guadalupe Ramírez-Ortiz

    2012-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To identify the effect of centrality in social network positions on tobacco-use among high-school adolescents in Tonala, Jalisco, Mexico. MATERIALS AND METHODS: Longitudinal sociometric social network data were collected among 486 high-school adolescents in 2003 and 399 in 2004. The survey included: social network components, smoking and sociodemographic characteristics. Social network measures of centrality were calculated and multivariate logistic regression was used. RESULTS: Ever used tobacco (OR= 44.98, marginalized-low stratum (OR= 2.16 and in-degree (OR=1.10 predicted tobacco use. Out-degree (OR= 0 .89 and out-in-degree (OR= 0.90 protected against tobacco use. CONCLUSION: Nominating more friends rather than receiving such nominations was protective for tobacco use. Popular students, those receiving many nominations, were at higher risk for tobacco use. Involvement of leaders with capacity to influence might be an efficient strategy for dissemination of preventive messages.OBJETIVO: Identificar el efecto de posiciones de centralidad de la red social sobre el uso de tabaco en adolescentes de preparatoria en Tonalá, Jalisco. MATERIAL Y MÉTODOS: Estudio longitudinal de redes sociales sociométricas. Participaron 486 bachilleres (2003 y 399 (2004. La encuesta incluyó: componentes de redes sociales, tabaquismo y características sociodemográficas. Se calcularon medidas de centralidad de redes sociales y utilizó regresión logística multivariada. RESULTADOS: El consumo alguna vez de tabaco (RM= 44.98, estrato socioeconómico marginado-bajo (RM= 2.16 y vínculos recibidos (RM=1.10 predijeron el tabaquismo; mientras que los vínculos enviados (RM= 0.89 y la diferencia entre vínculos enviados y recibidos (RM= 0.90 protegieron contra el tabaquismo. CONCLUSIÓN: Nombrar más amigos que ser nombrado por otros protegió contra el tabaquismo. Los estudiantes populares, aquellos con muchos nombramientos, tuvieron mayor riesgo de ser

  6. Sintomas de asma e fatores associados em adolescentes de Salvador, Bahia

    OpenAIRE

    Mascarenhas, Jean Márcia Oliveira; Silva, Rita de Cássia Ribeiro; Assis, Ana Marlúcia Oliveira de; Pinto, Elizabete de Jesus; Conceição, Jackson Santos; Barreto, Maurício Lima

    2016-01-01

    RESUMO: Objetivo: Identificar os fatores associados a sintomas de asma em adolescentes. Métodos: Estudo transversal, com a participação de 1.176 alunos com idade entre 11 e 17 anos, em Salvador, Bahia, Brasil. Os sintomas de asma foram identificados utilizando-se o questionário padronizado do The International Study of Asthma and Allergies in Childhood Program (ISAAC), fase III. A avaliação do consumo alimentar dos adolescentes foi obtida por meio de questionário da frequência alimentar (Q...

  7. Vulnerabilidade de adolescentes escolares às DST/HIV, em Imperatriz - Maranhão

    OpenAIRE

    Costa, Ana Cristina Pereira de Jesus; Lins, Anamaria Gomes; Araújo, Márcio Flávio Moura de; Araújo, Thiago Moura de; Gubert, Fabiane do Amaral; Vieira, Neiva Francenely Cunha

    2013-01-01

    O objetivo deste estudo foi investigar a vulnerabilidade de adolescentes escolares em relação às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e ao Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), identificando os principais comportamentos de risco e de prevenção. Estudo transversal, quantitativo, realizado em três escolas públicas estaduais de Imperatriz, MA, com 295 adolescentes, por meio da aplicação de questionário estruturado. Os resultados apontam que: a maioria dos jovens (86,3%) que usaram preserva...

  8. Ato infracional e medida socioeducativa: representações de adolescentes em L.A.

    OpenAIRE

    Bianca Izoton Coelho; Edinete Maria Rosa

    2013-01-01

    A pesquisa analisou as representações sociais de ato infracional e medida socioeducativa em adolescentes em conflito com a lei. Utilizou-se, como aporte teórico e metodológico, a Teoria das Representações Sociais. Participaram da pesquisa quarenta e seis adolescentes que cumpriam, há mais de três meses, a medida de Liberdade Assistida. Os dados foram coletados, por meio de entrevistas, com um roteiro semiestruturado e consistiram na técnica das evocações livres por meio dos termos ato infraci...

  9. AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE NAMORO E CASAMENTO EM ADOLESCENTES

    OpenAIRE

    Schwetter, Thais

    2006-01-01

    Este trabalho procura identificar as representações sociais das relações amorosas em adolescentes. A partir da constituição de processos identitários contextualizados no mundo contemporâneo, cuja influência delineia-se sob o prisma do consumismo, da tecnologia e da força midiática, os adolescentes constroem suas representações do namoro, da variante deste o ficar e do casamento. A pesquisa empírica procedeu-se através de entrevistas semidiretivas individuais em um grupo de ...

  10. Investimento em unidades de cura para tabaco tipo Virginia = Investments in tobacco curing barn for Virginia variety

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Luiz Boettcher

    2017-01-01

    Full Text Available A fumicultura na região Sul do Brasil está fundamentada no sistema integrado de produção. Ao longo do processo produtivo, há a necessidade de utilização de unidades de cura e secagem (estufas, sendo um investimento oneroso ao produtor. Dois sistemas de estufas predominam e de funcionamento distintos, os de estufas convencionais (convecção natural do ar e com circulação forçada do ar. O sistema de circulação forçada é o modelo preferido pelos produtores que optam por fazer novos investimentos. A decisão em investir demanda criteriosa análise da viabilidade econômica por parte do produtor, para minimizar risco de endividamentos. O objetivo do trabalho foi determinar a viabilidade financeira de unidades de cura para tabaco nas modalidades de financiamento com juros de crédito rural e juros de crédito rural subvencionados. As ferramentas financeiras utilizadas foram Valor Presente Líquido [VPL], Taxa Interna de Retorno [TIR], payback simples e análise de sensibilidade do investimento em relação à variável produtividade (kg ha-1. Utilizando taxa mínima de atratividade [TMA] 7,16%, o investimento não apresenta viabilidade econômica nas duas modalidades de juros, considerando a produtividade média histórica, o modelo de estufa selecionado e prazo de amortização. A análise de sensibilidade confirmou a produtividade (kg ha-1 como fator determinante da viabilidade do projeto. O incremento de >10% na produtividade média, reverte o quadro e o projeto passa a ser economicamente viável nas duas modalidades de juros de amortização do investimento. = The tobacco production in the south of Brazil is based on the integrated production system. Along with this system, there is a need to use curing barn to cure and dry, bringing an expensive investment for farmers. Two distinct curing systems are predominant which are the conventional (convection and air force circulation system. The air force system is the preferred model by

  11. Variancia intrapessoal da ingestao de energia e nutrientes em adolescentes: correcao de dados em estudos epidemiologicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliseu Verly Junior

    2013-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este artigo objetiva fornecer valores de componentes de variância intrapessoal da ingestão de energia e nutrientes que possibilita estimar a ingestão habitual em adolescentes, em inquéritos dietéticos quando há disponível somente um recordatório de 24 horas para cada indivíduo. Também será fornecido um exemplo de sua aplicação na correção da distribuição da ingestão de nutrientes proveniente de adolescentes de outro estudo. MÉTODOS: Foram utilizados recordatórios de 24 horas de 215 adolescentes do município de São Paulo. Os componentes de variância foram estimados utilizando o Software for Intake Distribution Estimation (PC-SIDE. Para cada nutriente foi construído um modelo, estratificado por sexo, que inclui o dia e o mês da coleta, e variáveis de ponderação. RESULTADOS: Os componentes de variância intrapessoal variaram de 0,55 para gordura mono-saturada (sexo feminino a 0,96 para o folato (sexo masculino. Entre os macronutrientes e energia foram observados valores mais elevados para o sexo masculino. No exemplo da aplicação do componente de variância, foi estimada a distribuição da ingestão de vitamina B6 com menos viés comparada à distribuição sem a correção. CONCLUSÃO: Estes dados podem ser utilizados na estimativa da ingestão habitual de energia e nutrientes e cálculo da prevalência de inadequação em adolescentes de populações semelhantes, quando há disponível somente um recordatório de 24 horas para cada indivíduo do estudo.

  12. Assistência prestada à adolescente no momento do parto em uma maternidade de alto risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Juliana Mello da Silva

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar as práticas obstétricas realizadas em adolescentes parturientes atendidas em uma maternidade de alto risco. Métodos: Estudo observacional, de corte transversal, documental e descritivo, realizado com busca em 157 prontuários de parturientes adolescentes atendidas em maternidade de alto risco em Maceió-AL, no período de janeiro a junho/2013. Avaliaram-se variáveis socioeconômicas, práticas obstétricas e clínica, sendo os resultados apresentados em frequência simples. Resultados: Entre as parturientes, a idade variou de 14 a 19 anos, e 96 (61,1% viviam em união estável. Com relação aos dados obstétricos, 125 (79,6% eram primigestas e 73 realizaram de 4 a 6 consultas de pré-natal. Em 107 (68,1% prontuários o partograma não foi encontrado. Entre os partos realizados, em 75 (47,8% os profissionais não realizaram episiotomia, em 110 (70,1% foram realizadas manobras ativas do 3º estágio e 146 (86,6% adolescentes não tiveram complicações clínicas no parto. Conclusão: Evidenciou-se que algumas práticas obstétricas preconizadas pelo Ministério da Saúde estão sendo realizadas com as parturientes adolescentes, mas não são suficientes para uma assistência de qualidade.

  13. Qualidade de vida em adolescentes com necessidades especiais em um município de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christielle Lidianne Alencar Marinho

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a qualidade de vida (QV e a associação desta com variáveis demográficas de adolescentes com necessidades especiais (física, visual e auditiva. Métodos: Tratou-se de um estudo descritivo, de corte transversal, com 72 adolescentes entre 10 e 19 anos, em instituições de ensino público estadual de Petrolina no estado de Pernambuco, Brasil, no período de agosto a outubro de 2012. Para avaliação da QV, foi utilizado o questionário World Health Organization Quality of Life, versão breve (WHOQOL-BREF. Para análise dos dados, foi utilizada a estatística descritiva e inferencial, aplicando-se os testes Mann- Whitney e Kruskal-Wallis, com p<0,05. Resultados: Observou-se uma menor percepção da QV global nos deficientes físicos (57,36 ±20,67. A QV foi melhor percebida pelos deficientes visuais (65,62 ± 22,49. No tocante aos domínios, entre os deficientes físicos (60,41 ± 7,30, visuais (55,84 ± 13,34 e auditivos (55,00 ± 20,33, os menores escores apresentados foram os de relação social, respectivamente. Os escolares inseridos em sala especial e os adolescentes mais novos obtiveram uma menor percepção da QV. Conclusão: A QV foi melhor percebida pelos deficientes visuais, e os adolescentes com deficiência física apresentaram-se como o grupo mais vulnerável na percepção da QV global e nos domínios físico e meio ambiente entre os escolares investigados. O grupo mais jovem e os estudantes de sala especial perceberam sua QV inferior quando comparada com os mais velhos e os alunos de sala regular.

  14. Bem-estar subjectivo e envolvimento escolar em adolescentes de etnia cigana

    OpenAIRE

    Lopes, Sandra Raquel da Silva

    2012-01-01

    Exame público realizado em 27 de Julho de 2012. Dissertação de mestrado realizada no âmbito do Mestrado em Psicologia da Educação. Os alunos de etnia cigana são uma população em especial risco de abandono escolar, em parte devido ao nível elevado de absentismo e ao baixo rendimento académico. BES e o envolvimento escolar estão positivamente correlacionados em adolescentes, e o envolvimento escolar tem sido considerado um forte preditor do rendimento académico e abandono escolar. Contudo...

  15. Uso de tabaco iniciado na infância: relatos de adultos em tratamento Tobacco use beginning at childhood: adults out-patients’ narratives

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma Verônica Silva Calsavara

    2007-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Coletar e analisar relatos de adultos dependentes de tabaco que começaram a fumar na infância e sobre os fatores que consideram relacionados ao início de uso. MÉTODO: Pesquisa qualitativa com entrevistas semidirigidas gravadas com 11 pacientes em tratamento ambulatorial especializado para dependência de tabaco e que mencionaram início de uso antes dos 12 anos de idade; fechamento amostral por saturação teórica, transcrição do áudio e análise de conteúdo das entrevistas com triangulação de analistas. RESULTADOS: Quatro categorias agrupam os fatores mencionados pelos entrevistados ou inferidos pelos autores: normalidade sociocultural e familiar do ato de fumar tabaco; identificação e aprendizado com figuras parentais fumantes; condições adversas de vida, incluindo trabalho infantil e poucas atividades lúdicas; e escassez de informações, incluindo uso cultural de tabaco para finalidades diversas. CONCLUSÕES: Resultados permitem maior compreensão sobre os pontos de vista e vivências de pacientes com histórias semelhantes sobre a questão, o que pode colaborar para a efetividade das abordagens motivacionais e terapêuticas e da aliança terapêutica, ao minimizar dificuldades de interação clínico-paciente. Estudos etnográficos sobre uso de tabaco na infância são indicados para a atual população rural brasileira, visando o aperfeiçoamento de abordagens preventivas.ABSTRACT OBJECTIVE: To collect and analyze narratives of adult tobacco dependents who began to smoke during childhood on the factors they consider related to the beginning of such habit. METHODS: Qualtitative research using semidirected interviews with eleven outpatients of a specialized tobacco dependence treatment center who had mentioned have began to smoke tobacco before twelve years old; sample definition by theoretical saturation, transcription of audio and content analysis of the interviews with triangulation of analysts. RESULTS: Four

  16. Sensibilidade e especificidade de classificação de sobrepeso em adolescentes, Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Chiara

    2003-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência, sensibilidade e especificidade em detectar adolescentes em risco de obesidade, baseada no Índice de Massa Corporal (IMC. MÉTODOS: Foram avaliados 502 adolescentes de 12 a 18 anos, participantes da pesquisa Nutrição e Saúde do Município do Rio de Janeiro, desenvolvida em 1996. As variáveis do estudo foram: peso, estatura, IMC e dobra subescapular, de acordo com sexo e idade. As classificações para IMC foram comparadas com a classificação pela dobra subescapular no percentil 90 (excesso de adiposidade da população de adolescentes americanos. RESULTADOS: A prevalência de excesso de adiposidade foi mais elevada com a dobra subescapular (P<0,0001 comparada com as classificações do IMC que apresentaram valores aproximados. A especificidade foi superior à sensibilidade com as duas propostas do IMC. O ponto de equilíbrio entre sensibilidade e especificidade foi próximo ao percentil 70 para meninas e meninos menores de 14 anos. Em meninos maiores de 15 anos, o ponto de corte aproximou-se do percentil 50 do IMC. CONCLUSÃO: Ambas classificações do IMC foram mais adequadas para identificar adolescentes sem obesidade, não sendo sensíveis para rastrear excesso de adiposidade.

  17. O uso de drogas e tabaco em ritos religiosos e na sociedade brasileira: uma análise comparativa

    OpenAIRE

    Ricardo Luiz de Souza

    2004-01-01

    O texto tem como objetivo historiar alguns aspectos históricos da produção e consumo de drogas e tabaco a partir da percepção do caráter mutante que as tradições e costumes ligados ao consumo de tais produtos assumiram. Dá ênfase, ainda, ao contexto brasileiro, estudando os significados históricos da produção e consumo de tais substâncias no Brasil, sua evolução e a evolução da mentalidade referente a tais produtos.

  18. Conocimientos y practicas sobre el consumo de tabaco en estudiantes de pregrado de farmacia, Lima, Perú Conhecimentos e práticas sobre o consumo de tabaco entre estudantes de farmácia em Lima, Peru Knowledge and practice regarding tobacco use among pharmacy undergraduate students in Lima, Peru

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delia Danjoy León

    2010-06-01

    Full Text Available El objetivo del estudio fue determinar los conocimientos y prácticas del consumo de tabaco en estudiantes de farmacia, según aspectos demográficos y académicos. Participaron 276 (55.2% estudiantes de farmacia de una universidad privada Peruana. Fue utilizada la Encuesta Global de Tabaco (GYTS para jóvenes. Se identificó una prevalencia de vida del tabaco de 93,7% en los hombres y en las mujeres de 77,6%. La prevalencia de vida para el alcohol fue de 70,8% y para las drogas ilegales de 14,1% (marihuana. Existe un elevado porcentaje de prevalencia de vida y de consumo actual de tabaco en esta muestra. La mayoría de los estudiantes inicio el uso a los 16 años. Existe una fuerte asociación entre el consumo de tabaco y el uso de esta droga por, al menos, uno de los padres; también está asociado a la exposición al humo dentro de la casa.O objetivo do estudo foi determinar os conhecimentos e as práticas do uso de tabaco entre estudantes de farmácia, segundo os aspectos sociodemográficos e acadêmicos. Participaram 276 (55,2% estudantes de farmácia de uma universidade privada peruana. Foi utilizada a Encuesta Global de Tabaco para jovens - GYTS. Identificou-se a prevalência do uso na vida de tabaco em 93,7% dos homens e 77,6% das mulheres. A idade de início do consumo ocorreu aos 16 anos. A prevalência de uso na vida para o álcool foi de 70,8% e, para as drogas ilegais, 14,1% para a maconha. Existe porcentagem elevada de estudantes que fizeram uso na vida e, ainda, consomem tabaco, nesta amostra. A maioria dos estudantes iniciou o uso de drogas aos 16 anos. Existe forte associação entre o consumo de tabaco entre os que possuem pelo menos um dos pais fumantes e a exposição ao fumo dentro de casa.The aim of this study was to determine the knowledge and the practices regarding tobacco consumption in pharmacy students according to their demographic and academic characteristics. The sample consisted of 276 (55.2% pharmacy students of

  19. Exposição ao fumo do tabaco (EFT e morbilidade respiratória em crianças em idade escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. Constant

    2011-01-01

    Full Text Available Resumo: Introdução: A exposição ao fumo do tabaco (EFT é factor de risco para Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica e um problema major de saúde pública. A EFT pré e/ou pós-natal determina redução precoce da função pulmonar e aumento da morbilidade respiratória, dependente da dose. Tem sido sugerido que a EFT domiciliária é influenciada por factores socioeconómicos. Métodos: Estudo de rastreio epidemiológico transversal de dados de 313 crianças (52% rapazes de 4 Escolas Básicas de Lisboa [1.° ano (54% e 4.° ano]. A EFT e sintomatologia respiratória foram avaliadas a partir de questionário auto-preenchido pelos pais. Todas as crianças efectuaram espirometria na escola e 54% foram consideradas aceitáveis de acordo com critérios ATS/ERS. Efectuou-se análise descritiva e bivariada das variáveis com maior interesse e análise de regressão logística múltipla ajustada para as variáveis com significado clínico/estatístico. Resultados: Em 41% dos casos a criança convivia com fumadores no domicílio (EFT na gravidez 18%, mãe fumadora 32%, pai fumador 38%. Os pais fumadores tinham escolaridade inferior e ocupações menos qualificadas. Tosse foi mais frequente nas crianças com mãe fumadora (OR ajustado = 2,1 95%CI 1,1–4,0 e sibilância nas crianças com EFT na gravidez e com mãe/pai fumadores. Todas as diferenças foram significativas (p <  0,05. Não se encontrou associação entre educação parental e sintomatologia respiratória ou ETF e infecções respiratórias/asma/diminuição de valores espirométricos. Conclusão: A EFT é frequente em crianças em idade escolar em Lisboa e condiciona morbilidade respiratória significativa. Intervenções dirigidas devem ter em conta condições sociais. Neste estudo a espirometria de campo foi pouco útil na detec

  20. Células progenitoras endoteliais circulantes em crianças e adolescentes obesos

    OpenAIRE

    Pires,António; Martins,Paula; Paiva,Artur; Pereira,Ana Margarida; Marques,Margarida; Castela,Eduardo; Sena,Cristina; Seiça,Raquel

    2015-01-01

    Resumo Objetivo Investigar a relação entre os números de células progenitoras endoteliais circulantes e a ativação endotelial em uma população pediátrica com obesidade. Métodos Estudo observacional e transversal, que incluiu 120 crianças e adolescentes com obesidade primária de ambos de sexos, entre seis e 17 anos, recrutados de nossa Clínica de Riscos Cardiovasculares. O grupo de controle contou com 41 crianças e adolescentes com índice de massa corporal normal. As variáveis analisadas for...

  1. Perimetria azul-amarelo em usuários de tabaco-álcool Blue-on-yellow perimetry in tobacco and alcohol consumers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Fernando de Carvalho Júnior

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar as alterações de campo visual em usuários crônicos de tabaco e álcool por meio da perimetria azul-amarelo estratégia 10-2. MÉTODOS: Quarenta e dois olhos de vinte e um voluntários usuários de tabaco e álcool, todos do gênero masculino, foram selecionados após exame oftalmológico completo e normal, sendo submetidos a perimetria azul-amarelo estratégia 10-2. Quinze voluntários participaram do grupo controle. A análise dos dados foi realizada mediante gráfico da profundidade do defeito e número de pontos alterados. RESULTADOS: Observou-se que 40 olhos (95,3% dos usuários crônicos de tabaco e álcool, apresentaram maior freqüência de alterações no gráfico de profundidade do defeito (>10dB e 27 olhos (64,3% apresentaram número de pontos alterados (>10 pontos, (pPURPOSE: To evaluate the visual field changes in blue-on-yellow perimetry (B/Y strategy 10-2 in alcohol and tobacco smoking consumers. METHODS: Forty-two eyes of twenty-one users were studied. Fifteen individuals were used as a control group. All volunteers were males. After normal ophthalmologic examinations, central 10-2 (B/Y was performed in both eyes. Analysis of the results was performed through the alterations in the depth graph defect and number of altered points. RESULTS: It was found that the majority of the chronic alcohol and tobacco smoking consumers had a greater frequency of alterations in the depth graph defect; 40 eyes (95.3%, (>10dB, and 27 eyes (64.3% showed a number of altered points, (>10 points, (p<0.0001. All those who were used as a control group showed alterations in the depth graph defect and number of altered points, but had less than 10dB and 10 altered points, respectively. CONCLUSION: A higher number of abnormal points and depth graph defects and number of altered points were observed in alcohol and tobacco smoking consumers reflecting a higher number of alterations in the cells of the parvocellular system, responsible

  2. Sintomatologia depressiva em adolescentes iniciais: estudo de base populacional Depressive symptomatology in early adolescents: population-based study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Dias de Mattos Souza

    2008-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a prevalência de sintomatologia depressiva em adolescentes entre 11 e 15 anos em Pelotas, RS, e identificar seus fatores associados. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional com amostra representativa de adolescentes da zona urbana da cidade de Pelotas, RS. Dos 448 setores censitários existentes no município, 79 foram aleatoriamente sorteados. Os jovens entre 11 e 15 anos localizados nestes setores foram convidados a responder o questionário auto-aplicado que continha perguntas sobre: idade, sexo, vida escolar, religião, atividades físicas, entretenimento, tabaco, consumo de álcool, uso de outras drogas, relacionamentos sexuais e conduta. Além disso, a sintomatologia depressiva dos adolescentes foi avaliada por meio da escala Children's Depression Inventory (CDI, também presente no instrumento de pesquisa. Para a análise dos dados foi utilizada a regressão logística ajustada ao modelo hierárquico. RESULTADOS: A prevalência de depressão foi de 2,1%. Após a regressão logística ajustada ao modelo hierárquico, estiveram significativamente associados à depressão: baixa condição socioeconômica, histórico de fracasso acadêmico, ausência de prática religiosa, abuso de álcool nos últimos 30 dias e indicativo de transtorno de conduta. CONCLUSÃO: É evidenciada a necessidade de programas preventivos e integrados de política na adolescência para depressão e comportamentos de risco à saúde.AIM: Verify the prevalence of depressive symptomatology in adolescents aged between 11 and 15 in Pelotas, RS, and identify its associated factors. METHODS: A cross-sectional base-populational study with a representative sample of adolescents of urban area of Pelotas, RS. Among the 448 census tracts in the urban area of Pelotas, 79 were randomly selected. Youths between 11 and 15 years answered a confidential self-report questionnaire on issues such as: age, gender, school life, religion, physical activities

  3. Problemas de saúde mental e tabagismo em adolescentes do sul do Brasil Problemas de salud mental y tabaquismo en adolescentes del sur de Brasil Mental health problems and smoking among adolescents from Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana M B Menezes

    2011-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a associação entre problemas de saúde mental e uso de tabaco em adolescentes. MÉTODOS: Foram analisados 4.325 adolescentes de 15 anos da coorte de nascimentos de 1993 da cidade de Pelotas, RS. Tabagismo foi definido como fumar um ou mais cigarros nos últimos 30 dias. Saúde mental foi avaliada de acordo com o escore total do questionário Strengths and Difficulties Questionnaire e escore maior ou igual a 20 pontos foi considerado como positivo. Os dados foram analisados por regressão de Poisson, com ajuste robusto para variância. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo foi 6,0% e cerca de 30% dos adolescentes apresentaram algum tipo de problema de saúde mental. Na análise bruta, a razão de prevalências para tabagismo foi de 3,3 (IC95% 2,5; 4,2. Após ajuste (para sexo, idade, cor da pele, renda familiar, escolaridade da mãe, grupo de amigos fumantes, trabalho no último ano, repetência escolar, atividade física de lazer e uso experimental de bebida alcoólica, diminuiu para 1,7 (IC95% 1,2; 2,3 entre aqueles com problemas de saúde mental. CONCLUSÕES: Problemas de saúde mental na adolescência podem ter relação com o consumo de tabaco.OBJETIVO: Analizar la asociación entre problemas de salud mental y uso de cigarro en adolescentes. MÉTODOS: Se analizaron 4.325 adolescentes de 15 años de la cohorte de nacimientos de 1993 de la ciudad de Pelotas, Sur de Brasil. Tabaquismo fue definido como fumar uno o más cigarros en los últimos 30 días. Salud mental fue evaluada de acuerdo con el escore total del cuestionario Strengths and Difficulties Questionnaire y escore mayor o igual a 20 puntos fue considerado como positivo. Los datos fueron analizados por regresión de Poisson, con ajuste robusto para varianza. RESULTADOS: La prevalencia de tabaquismo fue 6,0% y cerca de 30% de los adolescentes presentaron algún tipo de problema de salud mental. En el análisis bruto, la tasa de prevalencias de problema de

  4. Comportamento suicida em adolescentes gravidas : um estudo de caso-controle

    OpenAIRE

    Gisleine Vaz Scavacini de Freitas

    2007-01-01

    Resumo: Vários estudos têm demonstrado associação entre gravidez na adolescência e tentativa de suicídio, mas no Brasil, essa relação tem sido pouco estudada. Surge então a necessidade de sabermos se as adolescentes grávidas são um grupo de risco para a prevenção do suicídio e em que se diferenciam das adolescentes de mesma idade que nunca engravidaram, quando os fatores socioeconômicos são controlados. Objetivo: determinar o perfil psicossocial de adolescentes grávidas (n=110), comparando-as...

  5. Benefícios do treinamento de força em crianças e adolescentes em idade escolar : uma revisão de literatura

    OpenAIRE

    Guimarães, Juliano da Silva

    2012-01-01

    O objetivo desta revisão literária foi de observar os benefícios que o treinamento de força pode trazer a crianças e adolescentes. Levando em conta as diversas variáveis do treinamento, bem como o nível maturacional de tais crianças e adolescentes. Comparando os aspectos fisiológicos do exercício em crianças e adolescentes com os ocorridos em adultos, e como é sugerido o treinamento de força para tal faixa etária.

  6. Identificação de sintomas depressivos em adolescentes : estudo em escola pública de Fortaleza (CE)

    OpenAIRE

    Gomes, Gabriela da Cunha

    2015-01-01

    A depressão é uma doença incapacitante que atinge crianças e adolescentes e que pode trazer sérios prejuízos ao desenvolvimento, como transtornos de ansiedade e ideação suicida. Os órgãos de saúde brasileiros alertam que a população adolescente geralmente é retratada como uma população saudável, não sendo dispensada a ela a atenção necessária. A partir desta perspectiva, o presente estudo teve como objetivo identificar sintomas depressivos em adolescentes de 14 a 17 anos e sua distribuição po...

  7. Sentidos da trajetória de vida para adolescentes em medida de liberdade assistida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clara Costa Gomes

    2014-03-01

    Full Text Available O presente artigo trata de uma pesquisa que teve como objetivo compreender os sentidos atribuídos por adolescentes que cumpriam medida socioeducativa de liberdade assistida às trajetórias de vida e ao envolvimento com infrações à lei. Foram realizados sete sociodramas semanais com 21 adolescentes da comunidade, dos quais 18 eram do sexo masculino. As informações foram organizadas com base no modelo construtivo-interpretativo de González-Rey e analisadas à luz do aporte teórico da Psicossociologia. Da análise resultaram três zonas de sentido: 1 "Parecia uma vida fácil" - referente à sedução do mundo do crime; 2 "Minhas tábuas de salvação" - sobre as estratégias usadas ante os infortúnios da incursão infracional; 3 "A vida no crime não compensa" - concernente ao saldo das escolhas: dores, perdas e arrependimento. As discussões dos encontros desencadearam nos adolescentes relatos acerca do passado, presente e futuro e reflexões que conduzem à reconstrução de projetos de vida desvinculados de atos de infração. Concluiu-se que os métodos socionômico e de história de vida favoreceram a produção de sentidos pelos adolescentes a partir de sua proposta de ação e reflexão e forneceram informações relevantes para se compreender a trajetória infracional dos adolescentes, constituindo-se em poderosa ferramenta de pesquisa-intervenção junto a adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas.

  8. Análise da vulnerabilidade dos adolescentes à hepatite B em Teresina/PI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma Maria Evangelista de Araújo

    2012-12-01

    Full Text Available Os adolescentes fazem parte de grupos com elevada suscetibilidade à infecção pelo vírus da hepatite B em função da adoção de comportamentos de risco. Este trabalho objetivou analisar a vulnerabilidade dos adolescentes à hepatite B. Para isso, realizou-se estudo desenvolvido por meio de inquérito epidemiológico com 196 adolescentes de 14 a 19 anos. Os resultados mostraram que 57,1% dos adolescentes já haviam iniciado a vida sexual, destes 45,5% não tinham parceiro(a estável, 54,5% pertenciam a faixa etária de 14 a 16 anos, 24,1% não usavam preservativo nas relações sexuais, 62,8% referiram não saber da transmissão do vírus da hepatite B e 61,2% não apresentavam cobertura vacinal contra este agravo. Conclui-se que os adolescentes constituem grupo vulnerável à hepatite B, devido a fatores condicionantes e determinantes, tais como desconhecimento sobre a doença, baixa cobertura vacinal, adoção de comportamento de risco e sensação de invulnerabilidade.

  9. A entrevista motivacional em adolescentes usuários de droga que cometeram ato infracional Motivational interview with adolescent drug users who have an infringement

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilana Andretta

    2011-01-01

    Full Text Available A drogadição na adolescência é um problema de saúde publica com alto custo para a sociedade, e há uma relação direta entre este e o cometimento de ato infracional. O objetivo deste estudo foi verificar a efetividade da Entrevista Motivacional (EM em adolescentes que cometeram ato infracional, usuários de drogas. Utilizou-se a Entrevista Motivacional no grupo experimental e no grupo controle a Psicoeducação. Participaram do estudo 48 adolescentes: 27 no grupo da EM e 21 no grupo da Psicoeducação. O grupo da EM diminuiu consumo de maconha e tabaco e o grupo da Psicoeducação diminuiu o consumo de maconha e álcool. Com relação aos estágios motivacionais, independente do grupo, observou-se redução na média da pré-contemplação. As técnicas apresentaram resultados positivos em relação à diminuição do consumo de drogas e da média de pré-contemplação, entretanto, não houve diferença significativa entre as duas.Drug addiction in adolescence is a public health problem with high cost to the society, and there is a direct relationship between it and the commission of an infringement. The aim of this study was to evaluate the effectiveness of Motivational Interview (MS in adolescent drug users who have committed an infringement. We used the Motivational Interview in the experimental group and the Psychoeducation in the control group. Forty eight adolescents participated of the study: 27 in the MS group and 21 in the group of Psychoeducation. The group of MS decreased consumption of marijuana and tobacco and the Psychoeducation group decreased the consumption of marijuana and alcohol. With respect to motivation, regardless of group settings, there was reduction in the average of pre-contemplation. The techniques presented positive results in terms of reducing drug use and the average of pre-contemplation. However, there was no significant difference between the two techniques.

  10. Transmissão Geracional Familiar em Adolescentes que Cometeram Ofensa Sexual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liana Fortunato Costa

    Full Text Available Resumo: Trata-se de uma pesquisa qualitativa sobre a transmissão geracional familiar de quatro adolescentes que cometeram violência sexual contra crianças. O texto enfoca o adolescente em uma perspectiva de interdependência dos adultos responsáveis por sua educação e sobrevivência, pois é sabido que o adolescente que comete ofensa sexual apresenta grandes conflitos em suas relações familiares. O objetivo foi aprofundar o conhecimento sobre essa realidade pouco conhecida em nosso país e tecer uma conexão com a repetição de padrões de violência na vida familiar desses adolescentes, por meio do estudo das dinâmicas familiares. O instrumento utilizado foi o genograma, construído em entrevistas com cada família. Os resultados apontam para relações familiares que reproduzem condições de pobreza da vinculação afetiva, negligência e maus-tratos, pais ausentes e mães autoritárias. A discussão enfoca o processo de transmissão geracional no sentido do cometimento de várias violências que dificultam as condições mínimas de desenvolvimento emocional de seus membros. Em consequência, esses adolescentes acabam por manter relações violentas, mesmo em suas experimentações sexuais iniciais, reproduzindo um padrão presente nas várias gerações. As limitações do estudo referem-se às dificuldades na recuperação dos fatos relativos às histórias familiares, porque, além de valorizarem pouco essas informações, as famílias se queixam do sofrimento que a narrativa traz para todos. Conclui-se que uma proposta de intervenção com adolescente que comete ofensa sexual não pode prescindir da presença da família como protagonista.

  11. Vulnerabilidade de adolescentes escolares às DST/HIV, em Imperatriz - Maranhão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Pereira de Jesus Costa

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar a vulnerabilidade de adolescentes escolares em relação às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST e ao Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV, identificando os principais comportamentos de risco e de prevenção. Estudo transversal, quantitativo, realizado em três escolas públicas estaduais de Imperatriz, MA, com 295 adolescentes, por meio da aplicação de questionário estruturado. Os resultados apontam que: a maioria dos jovens (86,3% que usaram preservativo na última relação sexual habitualmente mantém essa prática; 82,8% dos adolescentes que compreendem o conceito de HIV se protegem contra essa infecção e acreditam que a principal forma de contaminação é por via sexual, por via sanguínea ou através da barreira placentária. Conclui-se que a maioria dos adolescentes participantes apresentou conhecimento coerente sobre práticas sexuais e comportamentos de risco, que os tornam vulneráveis às DSTs e ao HIV, apresentando aspecto positivo para a prevenção destas doenças.

  12. Fobia social em uma amostra de adolescentes Social phobia in a sample of adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo J. Fonseca D'El Rey

    2006-04-01

    Full Text Available Este estudo relata a prevalência e o impacto na escolaridade da fobia social em uma amostra de adolescentes da cidade de São Paulo, SP, Brasil. O Inventário de Fobia Social (SPIN foi administrado em 116 estudantes adolescentes de 5ª, 6ª, 7ª e 8ª séries de ambos os sexos. A prevalência da fobia social foi de 7,8% na amostra de adolescentes, com maior incidência entre estudantes do sexo feminino, com idade entre 12 e 15. O impacto negativo na escolaridade foi grande, aproximadamente 89% dos adolescentes com fobia social repetiram o ano na escola ao menos uma vez.This study reports the prevalence and the impact in the education of social phobia in a sample of adolescents of the city of São Paulo, SP, Brazil. The Social Phobia Inventory (SPIN was administrated to 116 students of 5th, 6th, 7th and 8th grades of both sexes. The prevalence of the social phobia was 7.8% in the sample of adolescents, with higher incidence among female students, between 12 and 15 years old. The negative impact on the education was great, approximately 89% of the adolescents with social phobia repeated the year in the school at least one time.

  13. Alta prevalência de sedentarismo em adolescentes que vivem com HIV/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Fiengo Tanaka

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoObjetivo:Verificar a prevalência de sedentarismo entre adolescentes com HIV/Aids e seus fatores associados.Métodos:Foram entrevistados 91 adolescentes de 10 a 19 anos, com HIV/Aids, em acompanhamento em uma unidade de infectologia universitária. Foram coletados dados antropométricos (peso, altura e circunferência da cintura em duplicata, informações clínicas foram obtidas nos prontuários médicos e a prática de atividade física habitual foi medida por meio do questionário proposto por Florindo et al. O ponto de corte para sedentarismo foi de 300 minutos/semana.Resultados:As prevalências de altura inadequada para idade, desnutrição e sobrepeso/obesidade foram de 15,4%, 9,9% e 12,1%, respectivamente. As atividades físicas mais citadas foram: futebol (44,4%, voleibol (14,4% e andar de bicicleta (7,8%. Os tempos medianos dispendidos com a prática de atividade física e caminhando/andando de bicicleta até a escola foram de 141 minutos e 39 minutos, respectivamente. A maioria dos adolescentes (71,4% era sedentária, proporção maior entre as meninas (p=0,046.Conclusões:Foi observada alta prevalência de sedentarismo entre adolescentes com HIV/Aids, prevalência essa semelhante àquela observada na população geral. Promover a prática de atividade física entre adolescentes - especialmente entre meninas - com HIV/Aids, assim como monitorá-la, deve fazer parte da rotina de acompanhamento desses pacientes.

  14. Efetividade de uma intervenção educacional em tabagismo entre adolescentes escolares

    OpenAIRE

    Malcon,Maura C.; Menezes,Ana M. B.; Assunção,Maria Cecília F.; Neutzling,Marilda B.; Challal,Pedro

    2011-01-01

    O objetivo do estudo foi avaliar a efetividade de um programa educacional sobre tabagismo desenvolvido pelo Instituto Nacional do Câncer em adolescentes escolares de Pelotas, RS. Das 46 escolas públicas da cidade, 32 foram sorteadas aleatoriamente e, posteriormente, randomizadas em grupo controle ou intervenção. Em ambas as fases do estudo (pré e pós-intervenção), os estudantes de 7ª e 8ª série responderam a um questionário, e uma amostra de urina foi coletada para análise de cotinina. A inte...

  15. Comportamentos de risco para a saúde entre adolescentes em conflito com a lei

    OpenAIRE

    Sena,Cláudia Alves de; Colares,Viviane

    2008-01-01

    O objetivo deste estudo foi investigar as condutas de saúde entre adolescentes em conflito com a lei, internos em instituição de atendimento sócio-educativo em município da região metropolitana do Recife, Pernambuco, Brasil. A amostra foi composta por 241 jovens do sexo masculino, de 12 a 18 anos de idade. Para a coleta de dados, utilizou-se uma versão reduzida do questionário de autopreenchimento utilizado pelo Centers for Disease Control and Prevention dos Estados Unidos, traduzido e adapta...

  16. Prevalência e fatores associados ao sedentarismo em adolescentes de área urbana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Klee Oehlschlaeger

    2004-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência e fatores associados ao sedentarismo em adolescentes residentes em uma área urbana. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal em uma amostra representativa de 960 adolescentes com idades entre 15 e 18 anos, em 2002, em Pelotas, Estado do Rio Grande do Sul. Os dados foram coletados por meio de um questionário anônimo e auto-aplicado. Foi definindo como sedentário o adolescente que participava de atividades físicas por um tempo menor do que 20 minutos diários e uma freqüência menor do que três vezes por semana. Variáveis sociodemográficas e comportamentais foram avaliadas. Para as comparações entre proporções, utilizou-se o teste do qui-quadrado, e para a análise multivariada, a regressão de Poisson com ajuste robusto para as variâncias. Foi feito controle para efeito de delineamento. RESULTADOS: Foram entrevistados 960 adolescentes, dos quais 39% foram considerados sedentários. As meninas foram mais sedentárias do que os meninos, 2,45 (IC 95% 2,06-2,92. Os adolescentes das classes sociais mais baixas foram mais sedentários, 1,35 (IC 95% 1,06-1,72. Escolaridade inferior a quatro anos de estudo do adolescente 1,30 (IC 95% 1,01-1,68 e da mãe 1,75 (IC 95% 1,31-2,23 apresentaram maior risco para o sedentarismo. Após controle para possíveis fatores de confusão, mostrou-se também positiva a associação entre o sedentarismo e a presença de transtornos psiquiátricos menores e relação inversa, fator de proteção para os sexualmente ativos 0,84 (IC 95% 0,71-0,99. CONCLUSÕES: Ser do sexo feminino, pertencer à classe social baixa, ter uma baixa escolaridade e ser filho de mãe com baixa escolaridade são fatores associados ao sedentarismo.

  17. Violência sexual e sua prevalência em adolescentes de Porto Alegre, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Polanczyk Guilherme Vanoni

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a prevalência da exposição à violência sexual entre adolescentes estudantes de escolas estaduais. MÉTODOS: Foram selecionadas 52 escolas estaduais de Porto Alegre, RS, Brasil, com ensino fundamental completo, por meio de um processo de amostragem aleatória, estratificada de acordo com o tamanho das escolas. Foi selecionada, em cada escola, uma turma de oitava série por sorteio aleatório e foram incluídos todos os adolescentes presentes nas salas de aula que consentiram em participar do estudo. Foi utilizado o instrumento Triagem da Exposição de Crianças à Violência na Comunidade para identificar jovens que foram vítimas, testemunhas ou que conheciam vítimas de atos de violência sexual. RESULTADOS: Foram incluídos 1.193 adolescentes, representando 10,3% dos alunos matriculados na oitava série da rede estadual da cidade. Vinte e sete (2,3% adolescentes relataram ter sido vítimas de violência sexual, 54 (4,5% ter sido testemunhas de algum tipo de violência sexual e 332 (27,9% relataram conhecer alguém que tenha sido vítima de violência sexual. CONCLUSÕES: A exposição à violência sexual pelas três formas de contato relatadas mostrou-se freqüente entre os adolescentes estudados. São necessários estudos que abordem a violência sexual como um fenômeno social amplo, com múltiplos fatores associados, amparando estratégias comunitárias de prevenção e de tratamento.

  18. Insatisfação corporal em adolescentes rurais e urbanos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edio Luiz Petroski

    2009-12-01

    Full Text Available O objectivo do estudo foi identificar a prevalencia de insatisfacao com a imagem corporal em adolescentes domiciliados nas areas rurais e urbanas, e analisar a influencia das variaveis demograficas e antropometricas na insatisfacao com a imagem corporal. Participaram do estudo 629 adolescentes de 13 a 17 anos, de areas urbanas e rurais. Foram coletadas informacoes demograficas (sexo, idade, area de domicilio, antropometricas (massa corporal, estatura, espessura de dobras cutaneas e imagem corporal. O IMC (baixo peso: <18,5kg/m2; eutrofico: entre 18,5-25,0kg/m2; excesso de peso: >25kg/m2 e somatorio de espessura de duas dobras cutaneas . ƒ°2DC (baixo: <16mm; ideal: de 16-36mm; alto: >36mm para mocas; baixo: <12mm; ideal: de 12-25mm; alto: >25mm, para rapazes foram derivados subsequentemente. A prevalencia de insatisfacao com a imagem corporal foi similar (p.0,05 entre os adolescentes rurais (64,2% e urbanos (62,8%. Enquanto os rapazes desejavam aumentar a silhueta corporal (41,3%, as mocas, desejavam reduzir (50,5% (p<0,001. Os adolescentes com baixo peso e excesso de peso, pelo IMC, e aqueles com o ƒ°2DC alto, respectivamente, apresentaram 3,14, 8,45 e 2,08 vezes mais probabilidades de insatisfacao com a imagem. Elevada prevalencia de insatisfacao com a imagem corporal foi observada em adolescentes da area rural e urbana. A inadequacao do estado nutricional e a adiposidade corporal aumentam as probabilidades de insatisfacao com a imagem corporal. Esses achados enfatizam a pressao social sobre o sexo feminino de almejar a magreza, e o masculino de ressaltar o sobrepeso desejando um porte atletico.

  19. Fatores de risco cardiovasculares em adolescentes: indicadores biológicos e comportamentais Cardiovascular risk factors in adolescents: biological and behavioral indicators

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dartagnan Pinto Guedes

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Oferecer informações descritivas e investigar a extensão com que os fatores de risco para doenças cardiovasculares de natureza comportamental estão associados aos fatores de risco biológicos na população jovem. MÉTODOS: Amostra de 452 adolescentes (246 moças e 206 rapazes com idades entre 15 e 18 anos, selecionados de uma escola de ensino médio da cidade de Londrina, Paraná. Fatores de risco de natureza comportamental foram analisados mediante prática insuficiente de atividade física, ingestão excessiva de gorduras e de colesterol e uso de tabaco. Como indicadores dos fatores de risco biológicos recorreu-se ao sobrepeso, aos níveis elevados de pressão arterial e concentrações não-favoráveis de lipídios-lipoproteínas plasmáticas. RESULTADOS: Por volta de 20% das moças e 16% dos rapazes apresentaram pelo menos um fator de risco biológico para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. O sobrepeso se associou significativamente com a ingestão excessiva de gorduras, enquanto a pressão arterial elevada se relacionou com o estilo de vida sedentário e o uso de tabaco. A excessiva ingestão de gorduras e de colesterol indicou risco aumentado de concentrações indesejáveis de lipídios-lipoproteínas plasmáticas. Adolescentes fumantes tenderam a demonstrar risco de pressão arterial e de lipídios-lipoproteínas plasmáticas alterados duas vezes maior que não-fumantes. CONCLUSÃO: Os resultados reforçam a necessidade de que intervenções direcionadas à adoção de um estilo de vida saudável, incluindo prática regular de atividade física, padrões dietéticos adequados e abstenção ao uso de tabaco, deverão ser iniciadas em idades jovens.OBJECTIVE: To provide descriptive information and investigate to what extent behavioral risk factors for cardiovascular diseases are associated with biological risk factors in the young population. METHODS: The sample included 452 adolescents (246 girls and 206 boys

  20. Ato infracional e medida socioeducativa: representações de adolescentes em L.A.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bianca Izoton Coelho

    2013-01-01

    Full Text Available A pesquisa analisou as representações sociais de ato infracional e medida socioeducativa em adolescentes em conflito com a lei. Utilizou-se, como aporte teórico e metodológico, a Teoria das Representações Sociais. Participaram da pesquisa quarenta e seis adolescentes que cumpriam, há mais de três meses, a medida de Liberdade Assistida. Os dados foram coletados, por meio de entrevistas, com um roteiro semiestruturado e consistiram na técnica das evocações livres por meio dos termos ato infracional e medida socioeducativa. Utilizou-se o software EVOC para análise das evocações emitidas. Os resultados apontaram como caracterização socioeconômica dos adolescentes: renda familiar baixa, baixo nível de escolaridade, local de residência precário, etnias afro-descendentes predominantes e distanciamento da religião. As representações sociais de ato infracional relacionaram-se aos tipos de atos infracionais e às suas causas e consequências. As representações sociais de medida socioeducativa relacionaram-se a ações positivas em que, além da aprendizagem, houve a possibilidade de mudança.

  1. Fenomenologia das motivações do adolescente em conflito com a lei

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Clara Jost

    Full Text Available Este trabalho visa a avaliar as motivações mobilizadoras do comportamento do adolescente em conflito com a lei, adotando o conceito interativo do ato infracional. Entrevistas, individuais e semi-estruturadas, foram realizadas com adolescentes do sexo masculino, privados de liberdade. Os conteúdos obtidos foram organizados em núcleos temáticos, analisados fenomenologicamente e articulados às motivações subjacentes. Os resultados revelaram uma ambivalência vivencial que corrompe as subjetividades e fragmenta os relacionamentos intersubjetivos, forjando angústia existencial. Essa angústia se expressa em ações contra si mesmo e a sociedade. Pontua-se a necessidade de intervenções psicossociais que considerem o problema não somente a partir dos determinismos simbólicos e culturais que o engendram, mas que também incluam a busca de respostas desses adolescentes ao seu sofrimento humanístico-existencial.

  2. Adolescentes em Atendimento Socioeducativo e Escolarização: Desafios Apontados por Orientadores Educacionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raíssa Costa Faria de Farias Seabra

    Full Text Available Resumo O adolescente em cumprimento de medida socioeducativa em regime aberto possui o direito de frequentar a escola, que deve afetar positivamente sua formação global e desenvolvimento psicológico. Entretanto, a inserção e permanência desses adolescentes no ambiente escolar se mostram desafiadoras. Trata-se aqui de pesquisa exploratória que teve por objetivo o levantamento das estratégias pedagógicas adotadas para promover a inclusão e o sucesso acadêmico desses jovens, em quatro escolas do Distrito Federal. Participaram do estudo cinco orientadoras educacionais. As informações foram obtidas a partir de entrevistas semiestruturadas, e analisadas qualitativamente segundo sistema aberto de categorização. Os resultados apontaram dificuldades e possibilidades: a insuficiência de estratégias pedagógicas que atendam às especificidades destes alunos; precária interlocução entre atores do atendimento socioeducativo e a escola; motivação para o efetivo acompanhamento pedagógico dos adolescentes nas escolas; compreensão de que o ambiente escolar deve possibilitar o desenvolvimento integral dos estudantes.

  3. Avaliação da Vergonha em Adolescentes: ‘The Other as Shamer Scale’

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Cunha

    2017-11-01

    Full Text Available RESUMO A vergonha, entendida como uma emoção autoconsciente, multifacetada e socialmente focada, desempenha um papel central na saúde mental dos indivíduos. Nos adolescentes, é também uma experiência frequente, sendo importante a sua avaliação para a investigação e prática clinica. Este estudo pretende validar uma medida breve de vergonha externa (Escala de Vergonha Externa - Versão breve para Adolescentes [OASB-A]. Participaram 834 adolescentes com uma média de 15 anos. O modelo final da OASB-A (8 itens, obtido por meio da Análise Fatorial Confirmatória, apresenta um bom ajustamento aos dados, invariância para o sexo, boa consistência interna e fidedignidade temporal adequada. As correlações com as experiências traumáticas de vergonha (IES-R e sintomatologia psicopatológica (DASS-21 são significativas. A OASB-A é uma medida válida e econômica para avaliação da vergonha externa em adolescentes.

  4. GUS gene expression driven by a citrus promoter in transgenic tobacco and 'Valencia' sweet orange Expressão do gene GUS controlado por promotor de citros em plantas transgênicas de tabaco e laranja 'Valência'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Alves de Azevedo

    2006-11-01

    Full Text Available The objective of this work was the transformation of tobacco and 'Valencia' sweet orange with the GUS gene driven by the citrus phenylalanine ammonia-lyase (PAL gene promoter (CsPP. Transformation was accomplished by co-cultivation of tobacco and 'Valência' sweet orange explants with Agrobacterium tumefaciens containing the binary vector CsPP-GUS/2201. After plant transformation and regeneration, histochemical analyses using GUS staining revealed that CsPP promoter preferentially, but not exclusively, conferred gene expression in xylem tissues of tobacco. Weaker GUS staining was also detected throughout the petiole region in tobacco and citrus CsPP transgenic plants.O objetivo deste trabalho foi realizar a transformação de plantas de tabaco e laranja 'Valência' com o gene GUS controlado pelo promotor do gene da fenilalanina amônia-liase (PAL de citros (CsPP. Foi realizada transformação genética por meio do co-cultivo de explantes de tabaco e laranja 'Valência' com Agrobacterium tumefaciens que continha o vetor binário CsPP-GUS/2201. Após a transformação e a regeneração, a detecção da atividade de GUS por ensaios histoquímicos revelou que o promotor CsPP, preferencialmente, mas não exclusivamente, confere expressão gênica em tecidos do xilema de tabaco. Expressão mais baixa de GUS também foi detectada na região de tecido de pecíolo, em plantas transgênicas (CsPP de tabaco e laranja 'Valência'.

  5. Levantamento de sintomas depressivos em crianças e adolescentes com hemofilia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Saint-Clair Bahls

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar, através da aplicação do questionário de auto-avaliação Children's Depression Inventory (CDI, a presença de sintomas depressivos, ideação suicida e medo da dor em crianças e adolescentes com hemofilia, comparando-os com um grupo-controle sem hemofilia. MÉTODOS: Aplicação do CDI em 40 crianças e adolescentes do sexomasculino, com idades entre 7 e 15 anos, sendo 20 com hemofilia e 20 do grupo-controle. RESULTADOS: O escore médio do CDI no grupo com hemofilia foi 11,55 ± 7,51 e no grupo-controle, 5,3 ± 2,7, diferença estatisticamente significativa (p = 0,0003. Ao aplicar o ponto de corte 13, 35% do grupo com hemofilia situou-se na faixa indicativa de sintomas depressivos clinicamente relevantes, enquanto no grupo-controle nenhum indivíduo situou-se nessa faixa, diferença que foi estatisticamente significativa (p = 0,008. Na análise da presença de ideação suicida, o índice do grupo com hemofilia foi 25% e no grupo-controle 10%, uma diferença estatisticamente considerada não-significativa. Na análise do medo de sentir dor, o índice no grupo de hemofílicos foi 85% e no grupo-controle 25%, diferença estatisticamente significativa (p = 0,0002. CONCLUSÕES: Crianças e adolescentes com hemofilia em nossa amostra clínica apresentam maiores índices de sintomas depressivos e mais medo de sentir dor do que crianças e adolescentes da população geral.

  6. Doença periodontal em adolescentes residentes no Vale do Jequitinhonha, Brasil

    OpenAIRE

    Emilio Prado da Fonseca

    2013-01-01

    O objetivo desse trabalho foi avaliar a condição gengival e os fatores relacionados em adolescentes de 15 a 19 anos de uma região brasileira economicamente desfavorecida. Para isso foi realizado um estudo transversal com amostra probabilística de 450 indivíduos em 13 municípios e quadras sorteados no Vale do Jequitinhonha (MG). A condição gengival foi avaliada por um único examinador calibrado (Kappa0,85) entre abril e agosto de 2010 que utilizou o Índice Periodontal Comunitário (CPI) modific...

  7. Comportamentos de risco para a saúde entre adolescentes em conflito com a lei Health risk behavior among young offenders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Alves de Sena

    2008-10-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar as condutas de saúde entre adolescentes em conflito com a lei, internos em instituição de atendimento sócio-educativo em município da região metropolitana do Recife, Pernambuco, Brasil. A amostra foi composta por 241 jovens do sexo masculino, de 12 a 18 anos de idade. Para a coleta de dados, utilizou-se uma versão reduzida do questionário de autopreenchimento utilizado pelo Centers for Disease Control and Prevention dos Estados Unidos, traduzido e adaptado para jovens brasileiros. Entre os jovens pesquisados, 79,7% afirmaram ter portado arma, assim como 52,7% estiveram envolvidos em briga com agressão física nos últimos 12 meses. Verificou-se que a maioria dos jovens pesquisados era usuário de tabaco (87,6% e álcool (64,7%. Grande parte dos jovens afirmou já ter experimentado algum produto inalante na vida (68,9% e ter feito uso de maconha (81,3%. A maioria dos jovens (95,4% já tinha tido relação sexual, em geral com mais de um parceiro. Os jovens em situação de conflito com a lei apresentaram vários comportamentos de risco à saúde em percentuais elevados.The objective of this study was to investigate health risk behavior among teenage offenders committed to a social-educational institution in a city in Greater Metropolitan Recife, Pernambuco State, Brazil. The sample included 241 males 12-18 years of age. Data were collected with a brief self-completed questionnaire used by the Centers for Disease Control and Prevention, translated and adapted for young Brazilians. 79.7% of subjects reported having carried a gun and 52.7% had been in fights involving physical aggression in the previous 12 months. Most of the young offenders smoked cigarettes (87.6% and consumed alcohol (64.7%. The majority reported having sniffed inhalants (68.9%, and 81.3% had smoked marijuana. The vast majority (95.4% reported being sexually initiated, most having had sex with more than one partner. Young offenders

  8. Factores sociales para el uso de alcohol en adolescentes y jóvenes Fatores sociais para o uso de álcool em adolescentes e jovens Social risk factors for alcohol use among adolescents and youth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Débora Acosta

    2011-06-01

    Full Text Available Esta investigación analiza factores sociales de riesgo y de protección para el consumo excesivo de alcohol a partir de los datos de la Encuesta Nacional sobre prevalencias de consumo de sustancias psicoactivas, en 2008, en la población de jóvenes argentinos de 16 a 24 años. Se realizó análisis bivariado y multivariado. Se observó como factores de riesgo: la edad de inicio (el menor edad tiene mayor riesgo, la región Pampeana, Noroeste y Noreste, el género masculino y el provenir de hogares con necesidades básicas insatisfechas. Entre los factores protectores identifica: inactividad, no haber tenido posibilidad de probar drogas ilícitas, no sentir deseos de probar drogas ilícitas, y no haber consumido: tabaco, tranquilizantes, cocaína y pasta base - alguna vez en la vida. Los resultados aportan información útil para la formulación de programas preventivos para la población adolescente y joven.Este estudo analisa os fatores sociais de risco e proteção para o uso excessivo de álcool, a partir dos dados da "Pesquisa nacional sobre a prevalência do uso de substâncias psicoativas, em 2008", na população de jovens argentinos, de 16 a 24 anos. A análise bivariada e análise multivariada foram utilizadas. Observou-se, como fatores de risco para a idade de início (quanto mais jovem, maior o risco, a região dos Pampas, Noroeste e Nordeste, o sexo masculino, provenientes de famílias com necessidades básicas insatisfeitas e idade de início. Entre os fatores de proteção encontram-se a ociosidade, não ter oportunidade de experimentar drogas ilícitas, não se sentir tentado a experimentar drogas ilícitas e não ter usado o tabaco, ou tranquilizantes, ou cocaína, ou base de cocaína, uma vez na vida. Os resultados fornecem informações úteis para o desenvolvimento de programas de prevenção na população adolescente e jovens.This study examines the social risk and protection factors for excessive alcohol use, based on the

  9. A autoestima afeta a insatisfação corporal em adolescentes do sexo feminino?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivo: O objetivo do estudo foi avaliar a influência da autoestima na insatisfação corporal de adolescentes do sexo feminino. Métodos: Participaram 397 adolescentes com idade entre 12 e 17 anos. Utilizou-se o Body Shape Questionnaire (BSQ para avaliar a insatisfação corporal. A Escala de Autoestima de Rosemberg foi utilizada para avaliar a autoestima. Foram mensurados peso corporal, estatura e dobras cutâneas. Esses dados antropométricos foram controlados nas análises estatísticas. Resultados: O modelo de regressão múltipla indicou influência das subescalas "autoestima positiva" (R2=0,16; p=0,001 e "autoestima negativa" (R2=0,23; p=0,001 nos escores do BSQ. A análise univariada de covariância demonstrou diferenças nos escores do BSQ (p=0,001 em razão dos grupos de autoestima. Conclusão: Concluiu-se que a autoestima influenciou a insatisfação corporal em meninas adolescentes de Juiz de Fora/MG.

  10. O que é comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar comportamento de risco para transtornos alimentares (TA e sua frequência entre adolescentes em uma revisão da literatura nacional e internacional. MÉTODOS: Foi realizada uma busca bibliográfica por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicinee Lilacs e no portal SciELO,utilizando-se os descritores relacionados à "eating disorder risk behavior". Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, espanhol e inglês, e especificamente com adolescentes. Foram avaliados 76 artigos e analisados a nomenclatura e os instrumentos utilizados para avaliar comportamento de risco para TA e sua prevalência. RESULTADOS: Encontrou-se uma série de termos para avaliar risco para TA. A metodologia mais utilizada foi a de questionários e escalas, destacando-se o EAT-26 ou 40 e o BITE, dentre os mais frequentes; a prevalência de risco variou de 0,24% a 58,4%. CONCLUSÃO: Diferentes nomenclaturas e instrumentos são utilizados para avaliar comportamento de risco para TA entre adolescentes, com grande amplitude nos resultados de prevalência. Maior padronização de termos e metodologia de avaliação permitiriam melhor comparação entre estudos epidemiológicos em diferentes localidades.

  11. Habilidades sociais: fator de proteção contra transtornos alimentares em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Giron Uzunian

    2015-11-01

    Full Text Available Resumo O objetivo desse estudo foi revisar a literatura a cerca da relação entre transtornos alimentares e habilidades sociais em adolescentes. Pesquisou-se as bases de dados Medline, SciELO e Lilacs, cruzando os descritores “transtornos alimentares”, “anorexia nervosa”, “bulimia nervosa” e “comportamento alimentar”, com os descritores “psicologia social” e “isolamento social”, e com as palavras chave “competência social”, “habilidade social” e “relação interpessoal”. Incluiu-se estudos com adolescentes, nos idiomas português, inglês e espanhol, e publicações realizadas entre os anos de 2007 a 2012. A busca resultou em 63 artigos, sendo incluídos 50 nesta revisão. A maioria dos estudos foi conduzido no Brasil e nos Estados Unidos. Do total, 43 eram artigos originais. Os estudos visavam compreender como o estado emocional poderia influenciar no estabelecimento dos transtornos alimentares, assim como as relações interpessoais e a relação entre os pares. Os artigos também discutiram a influência da mídia e da sociedade neste processo. A partir da análise dos estudos, observou-se que quanto maior o repertório de habilidades sociais dos adolescentes, maior será o fator de proteção contra o desenvolvimento de transtornos alimentares.

  12. Exposição ao fumo ambiental do tabaco em Chaves depois da implementação da Lei 37/2007. Estudo transversal em 2 centros de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. Paradela

    2013-07-01

    Full Text Available Resumo: Introdução: O fumo ambiental do tabaco (FAT é atualmente o principal poluente do meio interior e responsável por uma elevada morbilidade e mortalidade. Uma restrição parcial foi introduzida em Portugal, em 2008, a Lei 37/2007, para tentar controlar, definir e regular ambientes livres de fumo. Objetivo: Avaliar a exposição e a perceção do impacto da Lei 37/2007 sobre a exposição ao FAT em adultos atendidos em 2 centros de saúde em Chaves (Portugal. Método: Um estudo transversal sobre o consumo de tabaco e a exposição ao FAT foi realizado em Chaves (norte de Portugal entre novembro de 2009 e fevereiro de 2010. Todos os pacientes, com mais de 17 anos, atendidos em qualquer dos 2 Centros de Saúde de Chaves. A recolha de dados dos pacientes foi feita em uma base aleatória, abrangendo todos os dias da semana. Foi efetuada uma entrevista cara-a-cara e foi medido o monóxido de carbono exalado. Prevalências e médias foram analisadas para um intervalo de confiança de 95%. Resultados: Dos centos oitenta e sete pacientes participantes na pesquisa, 56% eram do sexo masculino e apresentavam uma média de idades de 54 anos. A prevalência de fumadores foi de 24%, significativamente maior nos homens (31 vs. 17%. 46,2% referiram estar expostos ao fumo de tabaco em todos os lugares estudados (53% nos homens vs. 40% nas mulheres. Os fumadores declararam estar mais expostos ao FAT em relação aos não fumadores. 16,2% da população estavam expostos em casa, 14% no trabalho e 33% nos lugares de lazer. A maior diminuição da perceção de exposição passiva encontrou-se nos restaurantes (95%. Nas discotecas, 68% dos participantes afirmaram que a exposição se manteve inalterada. Conclusão: A lei antitabaco pretende oferecer proteção contra o fumo do tabaco em vários espaços públicos fechados. No entanto, uma percentagem significativa da população permanece exposta. Este estudo destaca os perigos de uma proibição parcial

  13. Processos de resiliência em adolescentes com diabetes Melittus tipo I

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Cassarino-Perez

    2015-01-01

    Full Text Available Este estudo investigou processos de resiliência em adolescentes com diabete melito tipo 1 (DM1, identificando fatores de risco e proteção por meio de estudos de caso múltiplos. Participaram três adolescentes, uma menina e dois meninos, entre 13 e 14 anos, pacientes de um serviço especializado em diabetes, e suas mães. Os instrumentos utilizados foram entrevistas semiestruturadas e o mapa dos cinco campos. As entrevistas tinham por objetivo investigar os cuidados com a saúde, o enfrentamento da doença, benefícios e prejuízos da mesma, além das características individuais e os planos de futuro dos adolescentes. A análise qualitativa de conteúdo se deu com auxílio do software WebQDA, e com base na Teoria Bioecológica do Desenvolvimento Humano. Constatou-se que fatores de proteção como apoio social, vinculação afetiva e características pessoais de autoestima, otimismo e altruísmo, contribuíram para a manifestação de processos de resiliência. Destaca-se a importância de fortalecer a rede de apoio como fator de proteção para o enfrentamento do DM1, principalmente por meio da integração entre os diferentes contextos nos quais o adolescente está inserido.

  14. Consumo de alcohol y autoestima en adolescentes Consumo de álcool e autoestima em adolescentes Alcohol consumption and self esteem in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alicia Álvarez Aguirre

    2010-06-01

    Full Text Available La presente investigación tuvo como objetivo analizar la relación entre el nivel de autoestima y el consumo de alcohol en los adolescentes, a través de la realización de un estudio descriptivo transversal, en una facultad de enfermería en la ciudad de Querétaro, en México, en el mes de julio de 2008, en una muestra de 109 adolescentes, entre 17 y 20 años. Para la obtención de los datos fueron aplicados dos instrumentos: AUDIT y Cuestionario de autoestima de Rosemberg. La mayoría de los adolescentes participantes tuvieron la autoestima elevada (94.5%, ninguno presentó autoestima baja. El 80.7% de los adolescentes del estudio no tiene riesgo de consumo de alcohol. Se concluye que la mayoría de los adolescentes presentaron una elevada autoestima y tuvieron riesgo bajo de consumo de alcohol. Por lo que se sugiere implementar programas preventivos con respecto al consumo de alcohol y factores protectores a fin de que los adolescentes continúen con un estilo de vida saludable.O presente estudo teve como objetivo analisar a relação entre o nível de autoestima e o consumo de álcool em adolescentes, através da realização de estudo descritivo transversal, em uma faculdade de enfermagem de Queretaro, México, no mês de julho de 2008, com amostra de 109 adolescentes, entre 17 e 20 anos. Para obtenção dos dados, foram aplicados dois instrumentos, o AUDIT e o questionário de autoestima de Rosemberg. A maioría dos adolescentes participantes tinha autoestima elevada (94,5%, nenhum apresentou baixa autoestima. Nesta amostra, 80,7% dos adolescentes não possui risco para consumo de álcool. Conclui-se que os adolescentes apresentaram elevada autoestima e baixo risco para o consumo de álcool. Portanto, é necessário implementar programas preventivos relacionados ao consumo de álcool e identificar os fatores protetores para garantir a manutenção de hábitos saudáveis pelos adolescentes.The aim of this study was to analyze the

  15. SAÚDE NA ESCOLA: EDUCAÇÃO, SAÚDE E INCLUSÃO EM ADOLESCENTES BRASILEIROS.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Kusano Bucalen Ferrari

    2013-04-01

    Full Text Available A promoção da saúde e da qualidade de vida (QV, bem como da prevenção de agravos á saúde é fundamental para os adolescentes. O presente estudo teve como objetivo mostrar e descrever a experiência de um projeto de educação de adolescentes para a promoção da saúde e prevenção de doenças. Este projeto buscou investigar os hábitos alimentares, a prática de atividades físicas, o risco de sobrepeso e obesidade, o estilo de vida (sono, tabagismo, etilismo, os conhecimentos sobre osteoporose e a QV. Os resultados preliminares identificaram seis questões psicossociais e de saúde prioritárias para os adolescentes: alimentação inadequada; desconhecimento da saúde óssea, grave insatisfação corporal e baixa autoestima, sedentarismo, ausência ou insuficiente conhecimento sobre saúde reprodutiva e uso precoce de tabaco, álcool e outras drogas. Além destes temas importantes, também foram realizadas palestras e dinâmicas de grupo abordando a temática da hipertensão arterial e das práticas corporais e educação física na escola. Deste modo, feito o diagnóstico inicial da saúde e QV, o projeto pretende contribuir para a melhoria de vida dos adolescentes.

  16. EDUCAÇÃO EM SAÚDE E FISIOTERAPIA: PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS PARA ADOLESCENTES EM VULNERABILIDADE SOCIAL

    OpenAIRE

    Caetano de Sousa, Paulo Henrique; Universidade Federal do Ceará; Domiciano, Bruno Ricarth; Universidade Federal do Ceará; Gonçalves, Mariana de Oliveira; Universidade Federal do Ceará; Teles, Mariana Dias; Universidade Federal do Ceará; Pinheiro Júnior, Francisco Marto Leal; Mestrando Universidade Federal do Ceará; Macena, Raimunda Hermelinda Maia; Professora-Doutora Universidade Federal do Ceará

    2013-01-01

    INTRODUÇÃO: A garantia de acesso a informações de forma equitativa tem sido prioridade nas ações de reinserção social de adolescentes em vulnerabilidade social. O crescente número de adolescentes fazendo uso de drogas e as conseqüências geradas por esta prática tornou o uso de drogas um tema preocupante. OBJETIVO: Comunicar a experiência da atuação da Fisioterapia em ações de educação em saúde sobre drogas junto a adolescentes em vulnerabilidade social. METODOLOGIA: Esta experiência foi reali...

  17. Adolescentes em cena: uma proposta educativa no campo da saúde sexual e reprodutiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia de Souza

    2011-12-01

    Full Text Available Objetivou-se descrever a experiência sobre a elaboração de material educativo, no formato de performance teatral criada e encenada por adolescentes, como estratégia para a obtenção de uma atitude reflexiva e autônoma desses sujeitos, no campo afetivo-sexual e reprodutivo. Processo de intervenção e de investigação desenvolvido em uma escola pública de Belo Horizonte - Minas Gerais, Brasil - com 12 estudantes de 14 a 18 anos. A análise baseou-se no método de educação pela experiência, de John Dewey. Foram realizadas 23 oficinas até a produção do espetáculo e do vídeo Sexo sim, Doença Não, exibido para alunos do ensino médio. A produção de tecnologias educativas, construída pelos próprios adolescentes, possibilitou a ampliação de suas vivências e a re-significação de conhecimentos. Também auxiliou a compreensão da realidade cotidiana desses sujeitos, permitindo a ligação entre o interno (o pensamento do adolescente e o externo (que concretiza os fenômenos sociais no campo afetivo-sexual e reprodutivo.

  18. Acetato de Medroxiprogesterona de Depósito como Anticoncepcional Injetável em Adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Campos Janette Rodrigues

    2001-01-01

    Full Text Available Objetivos: acompanhar a incidência de efeitos colaterais e aceitabilidade (taxa de continuidade do acetato de medroxiprogesterona de depósito (DMPA como contraceptivo injetável trimestral em adolescentes do nosso meio. Método: quarenta adolescentes (70% lactantes iniciaram o uso do DMPA, tendo sido acompanhadas por uma média de 14,2 meses. As queixas espontâneas, as alterações menstruais, dados do exame físico e exames laboratoriais foram coletados e analisados pelos testes de Wilcoxon ou McNemar. Resultados: as queixas mais freqüentes foram cólica (16,6% e cefaléia (15,2%. Os padrões menstruais predominantes foram o spotting e a oligomenorréia. Não foi observada variação significativa da pressão arterial sistólica durante o acompanhamento, mas houve uma ligeira queda nos níveis da pressão arterial diastólica, no limite da significância. Não houve alterações significativas da glicemia de jejum, e foi observada uma tendência ao aumento da taxa de hemoglobina. O ganho de peso (média de 3,9 kg em 12 meses e a irregularidade menstrual ( > ou = 70% em qualquer retorno foram os principais motivos para a desistência do método. Vinte e sete pacientes foram acompanhadas por 12 meses e a taxa de continuidade nessa época foi de 81,48%. Conclusão: o acetato de medroxiprogesterona de depósito mostrou-se um contraceptivo satisfatório para as adolescentes.

  19. Vivendo em contexto de violência: o caso de um adolescente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lordelo Lia da Rocha

    2002-01-01

    Full Text Available Este trabalho integra um estudo longitudinal, explorando nexos entre uma história marcada cotidianamente pela violência doméstica e urbana e a construção social de uma cultura pessoal em um adolescente de 14 anos, o segundo dos três filhos de uma família matrifocal. Apoiou-se em entrevistas semi-estruturadas realizadas em diferentes períodos do estudo. Na análise, caracteriza-se um processo de construção social do envolvimento com a violência (na condição de vítima e de agressor, destacando-se o contexto sociocultural imediato, estruturado por situações adversas como pobreza, conflitos intra-familiares e sociais e, especificamente, violência, todos estes formando o que se poderia chamar de ecologia propiciadora de atos violentos.

  20. Estudo de validação e fidedignidade de escalas de silhuetas brasileiras em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Fernanda Laus

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a validade de construto e a fidedignidade das escalas de silhuetas de Kakeshita (2008 em adolescentes brasileiros. Após a condução do teste-reteste em 112 participantes com intervalo de um mês, os resultados demonstraram que as escalas foram capazes de discriminar os diferentes grupos de estado nutricional em ambos os sexos; apresentaram coeficientes de correlação entre IMC real, IMC atual e insatisfação e coeficientes de correlação intraclasse elevados, comprovando que o instrumento é apropriado para avaliar a imagem corporal nessa faixa etária.

  1. Reincidência da gravidez em adolescentes de Teresina, PI, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inez Sampaio Nery

    Full Text Available A gravidez na adolescência é um problema de saúde pública, tornando-se mais grave em virtude da reincidência. De 1,1 milhões de parturientes adolescentes, 25% tem um filho. Objetivou-se analisar os fatores sócio-econômico-cultural e obstétrico da reincidência de gravidez na adolescência em Teresina, PI, Brasil por meio de um estudo interrelacional retrospectivo. A amostra incluiu 464 jovens que finalizaram uma gestação no primeiro quadrimestre de 2006. Destas, 47,6% encontrava-se em união consensual; 69,6% fora da escola; 86,9% com escolaridade inadequada para a idade; 72,2% sem trabalho remunerado. Este perfil evidencia a escassez de políticas públicas que contemplem o adolescente. A elaboração e efetivação dessas políticas deveriam incluir família, escola e comunidade para redução dos indicadores de gravidez e doenças sexualmente transmissíveis

  2. Reincidência da gravidez em adolescentes de Teresina, PI, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inez Sampaio Nery

    2011-02-01

    Full Text Available A gravidez na adolescência é um problema de saúde pública, tornando-se mais grave em virtude da reincidência. De 1,1 milhões de parturientes adolescentes, 25% tem um filho. Objetivou-se analisar os fatores sócio-econômico-cultural e obstétrico da reincidência de gravidez na adolescência em Teresina, PI, Brasil por meio de um estudo interrelacional retrospectivo. A amostra incluiu 464 jovens que finalizaram uma gestação no primeiro quadrimestre de 2006. Destas, 47,6% encontrava-se em união consensual; 69,6% fora da escola; 86,9% com escolaridade inadequada para a idade; 72,2% sem trabalho remunerado. Este perfil evidencia a escassez de políticas públicas que contemplem o adolescente. A elaboração e efetivação dessas políticas deveriam incluir família, escola e comunidade para redução dos indicadores de gravidez e doenças sexualmente transmissíveis

  3. Literacia em saude mental de adolescentes e jovens portugueses sobre abuso de alcool

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Manuel de Jesus Loureiro

    2013-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar a literacia em saúde mental de adolescentes e jovens relativamente ao consumo abusivo de álcool, nas diversas componentes do conceito de literacia. MÉTODOS: Estudo descritivo-exploratório, em que foi aplicado o QuALiSMental a uma amostra representativa de 4.938 adolescentes e jovens, com idades compreendidas entre os 14 e os 24 anos, que frequentam escolas do 3º ciclo do ensino básico e do ensino secundário da região centro de Portugal. RESULTADOS: O reconhecimento da vinheta do consumo abusivo de álcool pelos participantes é elevado (72,4%, ainda que seja também identificado como alcoolismo (70,3%, o que no entanto indica a percepção do problema como grave. Os participantes apresentam níveis modestos de literacia nas restantes componentes, preferindo as fontes informais de ajuda. CONCLUSÃO: Conclui-se que há necessidade de implementação de programas nas escolas que promovam a literacia em saúde mental, para adoção de comportamentos saudáveis nos jovens, que os transferem para a idade adulta.

  4. Comportamentos de risco para transtornos alimentares em adolescentes e adultos portadores de diabetes tipo 1

    OpenAIRE

    Milena Gonçalves Lima Cardoso

    2009-01-01

    Introdução - Pacientes portadores de diabetes tipo 1 que manifestam comportamentos de risco para transtornos alimentares (TA) possuem grandes chances de complicações microvasculares e macrovasculares e maiores taxas de mortalidade. Objetivo Avaliar a freqüência de comportamento de risco para TA em adolescentes e adultos portadores de diabetes tipo 1 bem como sua relação com variáveis socioeconômicas, nutricionais, relacionadas ao diabetes e satisfação corporal. Metodologia: Foram aplicados: ...

  5. Habilidades sociais: fator de proteção contra transtornos alimentares em adolescentes

    OpenAIRE

    Uzunian, Laura Giron; Vitalle, Maria Sylvia de Souza

    2015-01-01

    Resumo O objetivo desse estudo foi revisar a literatura a cerca da relação entre transtornos alimentares e habilidades sociais em adolescentes. Pesquisou-se as bases de dados Medline, SciELO e Lilacs, cruzando os descritores “transtornos alimentares”, “anorexia nervosa”, “bulimia nervosa” e “comportamento alimentar”, com os descritores “psicologia social” e “isolamento social”, e com as palavras chave “competência social”, “habilidade social” e “relação interpessoal”. Incluiu-se estudos com a...

  6. Tratamento do transtorno de ansiedade social em crianças e adolescentes

    OpenAIRE

    Isolan,Luciano; Pheula,Gabriel; Manfro,Gisele Gus

    2007-01-01

    CONTEXTO: Transtorno de ansiedade social é um transtorno incapacitante e altamente prevalente em crianças e adolescentes ao longo da vida, de acordo com os critérios do DSM-IV, variando de 0,7% a 3,5%. Se não tratado, pode interferir no funcionamento emocional, social e escolar. OBJETIVOS: Avaliar a evidência atual para a eficácia e efetividade de intervenções farmacológicas e psicoterápicas no tratamento do transtorno de ansiedade social na infância e na adolescência. MÉTODOS: Pesquisas fora...

  7. A rutura das relações amorosas em adolescentes e estudantes universitários

    OpenAIRE

    Mirrado, Ana Cláudia Mão de Ferro

    2014-01-01

    A presente investigação tem como principal objetivo estudar a rutura amorosa em adolescentes e estudantes universitários, analisando diferenças de género na forma como esta é recordada, bem como a influência da autoestima no stress recordado seguido à rutura amorosa. Para tal recorreu-se a uma abordagem quantitativa, utilizando uma amostra por conveniência de 483 sujeitos, onde estão incluídos alunos do ensino secundário e do ensino universitário. Aos inquiridos foi administrado um protocolo ...

  8. Desenvolvimento da identidade em adolescentes estudantes do ensino médio

    OpenAIRE

    Schoen-Ferreira,Teresa Helena; Aznar-Farias,Maria; Silvares,Edwiges Ferreira de Mattos

    2009-01-01

    Identidade é composta pelos valores, crenças e metas com que um indivíduo está comprometido. Existem quatro estados de identidade: difusão, pré-fechamento, moratória e identidade estabelecida, identificados de acordo com a presença de exploração das alternativas e com a intensidade dos compromissos. Este trabalho verificou os estados de identidade em que se encontravam 753 adolescentes de 15 a 18 anos, estudantes do Ensino Médio de escolas públicas de São Paulo que responderam ao EOMEIS 2, um...

  9. A atenção em saúde mental aos adolescentes em conflito com a lei no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilson do Rosário Costa

    Full Text Available Resumo O trabalho analisa a utilização de medicamentos psicoativos por adolescentes infratores em unidades socioeducativas (USES no Brasil. Descreve as diretrizes da política pública nacional e a qualidade da coordenação da atenção em saúde mental pelos governos subnacionais. O artigo tem como hipótese que a governança verticalizada da USES está associada à utilização de medicação psicoativa. O modelo da pesquisa foi estudo comparado dos casos do Rio Grande do Sul (RS e Minas Gerais. Os dados resultaram da coleta em prontuários e entrevistas com informantes-chave. O artigo demonstra que a governança vertical observada no RS está associada à alta prevalência de diagnósticos de transtorno mental, uso de medicamentos psicoativos e de medicalização psiquiátrica pelos adolescentes privados de liberdade. As evidências revelam que as sanções de privação de liberdade por atos infracionais produzem decisões de medicalização que ameaçam o direito dos adolescentes no campo da saúde. As diretrizes da política nacional incentivam escolhas mais cautelosas. As psicoterapias e as ações de reabilitação são as intervenções de primeira linha defendidas. O manejo pouco cuidadoso da intervenção psicofarmacológica favorece a múltiplas prescrições.

  10. Violência, culpa e ato: causas e efeitos subjetivos em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Figueiredo Carneiro

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta um relato de pesquisa realizada sobre a violência e o adolescente, evidenciando o objetivo, as causas e os efeitos subjetivos que desencadeiam a violência na atualidade. Apresenta também uma investigação qualitativa com referencial teórico-conceitual da psicanálise, em destaque os conceitos de mal-estar, lei, anomia, limites, laços sociais, necessidade, desejo, culpa, passagem ao ato, individualismo, discurso capitalista, amor, vida e morte. Foram utilizados fotografias e fragmentos de filmes apresentados aos adolescentes inseridos no projeto Pró-jovem, desenvolvido na cidade de Maracanaú, Ceará, Brasil. As análises confirmaram os pressupostos da pesquisa de que a violência guarda relação direta com a ineficácia dos discursos normativos, que a culpa não comparece em consequência dos atos desfechados contra o próximo e que o sujeito não se guia por uma referência mítica do representante da lei.(* Colaboradores da pesquisa: doutora Marta Gerez Ambertín (Universidad de Santiago del Estero - Argentina; mestra em Psicologia Márcia Batista dos Santos (Universidade de Fortaleza - Brasil; alunos de Mestrado em Psicologia: Thiago Costa Matos Carneiro da Cunha (Labio, Rossana Vaz Borja (Labio, Carla Renata Braga de Souza (Labio/Leipcs, Lisieux D’Jesus Luzia de Araújo Rocha (Labio/Otium - Universidade de Fortaleza - Brasil; graduado em Psicologia Marcus Vinicius Ximenes Rocha (Universidade de Fortaleza – Brasil; bolsista de I. C. CNPq: Ricardo Pinheiro Maia Júnior; bolsista de I. C. Funcap: Rayana Silva Lima (Universidade de Fortaleza. Projeto apoiado pelo CNPq por meio de Bolsa de Produtividade em Pesquisa concedida ao Prof. Dr. Henrique Figueiredo Carneiro.

  11. Infecção pelo HIV em adolescentes do sexo feminino: um estudo qualitativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stella Regina Taquette

    2015-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer as vulnerabilidades que favoreceram a infecção pelo HIV em adolescentes e jovens do sexo feminino e verificar as dificuldades enfrentadas por essa população após o diagnóstico. MÉTODOS: Estudo qualitativo realizado por meio de entrevistas com mulheres adolescentes e jovens soropositivas em tratamento, com diagnóstico feito na adolescência. As entrevistas foram gravadas e transcritas na íntegra e os dados obtidos foram analisados através de leitura intensiva, classificação por temas e interpretação na perspectiva hermenêutica-dialética em diálogo com a literatura. RESULTADOS: Foram entrevistadas 23 mulheres cujo diagnóstico ocorreu entre 11 e 19 anos e que, em sua maioria, foram infectadas através do contato sexual, exceto em dois casos (um com via de transmissão sanguínea e outro desconhecida. Evidenciaram-se como situações de vulnerabilidade a descrença na possibilidade de contaminação, a baixa idade da iniciação sexual (menor que a média brasileira, o não uso de preservativo, parceiros promíscuos ou usuários de drogas injetáveis e submissão a situações de violência. Os principais problemas enfrentados após o diagnóstico foram o preconceito, a discriminação, a necessidade de tomar medicamentos diariamente e as preocupações relacionadas ao desejo de ser mãe. CONCLUSÕES: Reduzir a feminização da Aids implica em ampliar e aprofundar o debate em torno da sexualidade e dos dilemas vivenciados por adolescentes a respeito desse assunto, de forma aberta, não preconceituosa e não normatizadora, nas escolas e cenários de convivência de jovens, além de fornecer orientação sobre doenças sexualmente transmissíveis, com distribuição gratuita e desburocratizada de preservativos.

  12. Infecção pelo HIV em adolescentes do sexo masculino: um estudo qualitativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stella Regina Taquette

    2015-07-01

    Full Text Available Resumo A redução gradativa da incidência de Aids entre homens que fazem sexo com homens não tem acontecido na faixa etária mais jovem que, ao contrário, está aumentando. Objetivamos conhecer as vulnerabilidades de adolescentes do sexo masculino que favoreceram a contaminação pelo HIV. Realizamos estudo qualitativo por meio de entrevistas com homens jovens soropositivos em tratamento, cujo diagnóstico foi feito na adolescência. Gravamos e transcrevemos as entrevistas na íntegra e as analisamos através de leitura intensiva, classificação por temas, e interpretação na perspectiva hermenêutica-dialética em diálogo com a literatura. Entrevistamos 16 homens jovens, cujo diagnóstico ocorreu entre 11 e 19 anos e em todos eles a via de transmissão do HIV foi sexual, sendo 12 homo e 4 heterossexuais. Evidenciou-se como situações de vulnerabilidade a descrença na possibilidade de contaminação, a sujeição sexual, a homofobia e a exploração sexual comercial. Este estudo demonstra a grande importância da formulação de políticas públicas em saúde sexual e reprodutiva que contemple adolescentes e jovens do sexo masculino com a perspectiva de masculinidade em toda sua amplitude e ações para diversidade sexual.

  13. Doença Sexualmente Transmissível em adolescentes atendidas em um Serviço de Ginecologia de Salvador- Bahia

    OpenAIRE

    Machado, Márcia Sacramento Cunha

    2011-01-01

    A incidência de doenças sexualmente transmissíveis (DST) vem aumentando em todo o mundo, especialmente entre adolescentes. Entretanto, poucos estudos foram realizados no Brasil para abordar este tema. Com o objetivo de estimar a prevalência, identificar a etiologia e possíveis fatores associados para DST na adolescência, foi realizado um estudo transversal. Cem adolescentes sexualmente ativas do sexo feminino foram avaliadas em Salvador, Bahia entre 2008 e 2010. Foram realizados exames citoló...

  14. Adolescentes em tratamento psiquiátrico: um estudo fenomenológico das vivências em seus relacionamentos sócio-afetivos-sexuais

    OpenAIRE

    Fernanda Tomé Marleta Iezzi

    2013-01-01

    RESUMO Marleta-Iezzi, F. T. (2013) Adolescentes em tratamento psiquiátrico: um estudo fenomenológico das vivências em seus relacionamentos sócio-afetivo-sexuais. Dissertação de Mestrado Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Na presente dissertação buscamos situar e (re)conhecer o fenômeno das vivências dos relacionamentos sócio-afetivo-sexuais de adolescentes submetidos a tratamento psiquiátrico, por compreender que a adol...

  15. Imagem corporal e transtornos alimentares em atletas adolescentes: uma revisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2013-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi realizar uma revisão da literatura sobre os temas "Imagem corporal" e "Transtornos alimentares na população de atletas adolescentes". Foram realizadas buscas eletrônicas nas seguintes bases de dados: "Web of Science", "SciELO", "Scopus", "Pubmed", "Medline", e "Lilacs". Como descritores, utilizaram-se os termos "body image" e "eating disorders", indexados no sistema de Descritores em Ciência da Saúde (DeCs/MeSH, e também os termos associados "body dissatisfaction", "athletes", "adolescence" e "teenager". O período compreendido pelas buscas foi de 2002 a 2012. Os resultados evidenciaram a existência de centenas de investigações sobre os temas na população adolescente, mas foram escolhidas somente as pesquisas no contexto esportivo. Os achados demonstraram algumas controvérsias. De qualquer forma, acredita-se que exista associação entre imagem corporal e transtornos alimentares em atletas, porém é necessário desenvolver pesquisas neste campo para responder a tais dúvidas, por isso são incentivadas pesquisas com estas variáveis.

  16. CONCEPÇÕES SOBRE ADOLESCENTES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA SEXUAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Lucia Mendes Trabbold

    2016-04-01

    Full Text Available Resumo Trata-se de uma pesquisa de campo de abordagem qualitativa objetivando compreender as práticas discursivas dos profissionais de saúde sobre violência sexual contra crianças e adolescentes. Foram entrevistados dez profissionais (médicos, enfermeiros, agentes comunitários e coordenador do programa que compõem três equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF da cidade de Montes Claros, MG, Brasil. A abordagem discursiva para análise dos dados foi fundamentada em Michel Foucault, bem como em autores ligados ao campo da Saúde Coletiva. Os resultados indicam que, dentre os vários fatores que propiciam e/ou mantêm a violência sexual na forma de exploração comercial sexual de adolescentes, está a desigualdade econômica e social, aliada à desigualdade de gênero, pouco reconhecida pelos profissionais. A omissão/negação da questão se evidencia pela ausência de notificação obrigatória; inexistência de trabalhos preventivos na área; ações pontuais inadequadas às necessidades da adolescência, preconceito e falta de referência de uma rede de cuidados intersetoriais.

  17. ADOLESCENTES COM SONOLÊNCIA DIURNA EXCESSIVA PASSAM MAIS TEMPO EM COMPORTAMENTO SEDENTÁRIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Érico Pereira Gomes Felden

    Full Text Available RESUMO Introdução: A diminuição da atividade física, a baixa duração do sono e o aumento do tempo sentado têm sido cada vez mais percebidos na adolescência. Objetivos: Investigar a associação entre comportamento sedentário e variáveis de sono (sonolência diurna e duração de sono de adolescentes de um município de pequeno porte do sul do Brasil. Métodos: Trata-se de uma amostra representativa, de base escolar, do município de Maravilha, SC, Brasil, formada por 516 adolescentes de ambos os sexos, com 10 a 19 anos de idade. Foram investigadas as associações entre comportamentos sedentários, sono, percepção de estresse e atividade física. O comportamento sedentário foi investigado por meio do tempo sentado durante o dia. Além disso, outras questões foram investigadas, como: sexo, faixa etária, turno escolar, local de domicílio, renda e grau de instrução do chefe de família, duração do sono e sonolência diurna, percepção de estresse e nível de atividade física. Resultados: A prevalência de baixa duração do sono foi de 53,6%. A média de tempo sentado durante um dia de semana foi de 382,2 min., sendo superior no sexo feminino (p = 0,001. Os adolescentes com baixa duração do sono apresentaram valores médios mais altos de tempo sentado (p < 0,001, sonolência diurna (p < 0,001 e sonolência em sala de aula (p < 0,001. Os adolescentes com maior sonolência tinham 4,97 (IC: 2,50-9,87 vezes mais chance de ter comportamento sedentário elevado. Conclusão: Adolescentes com maior sonolência diurna apresentaram maior tempo dedicado aos comportamentos sedentários. Assim, as medidas de educação para um estilo de vida mais ativo na adolescência devem observar também questões gerais sobre sono e sonolência diurna.

  18. Prevenção da Aids com adolescentes encarcerados em São Paulo, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Alves Peres

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Descrever o perfil de adolescentes quanto ao apoio social e familiar, ao uso de drogas e os conhecimentos, as práticas e atitudes relacionadas à Aids e sua prevenção. MÉTODOS: Foram estudados 275 jovens internos, do sexo masculino, de um centro de internação da Fundação Estadual do Bem Estar do Menor (Febem, em São Paulo, SP. A pesquisa foi feita em duas fases: a primeira por meio de entrevistas semi-estruturadas com 20 internos; a segunda, com questionários para auto-respostas aplicados aos 275 internos, com perguntas fechadas referentes a características sociodemográficas, criminalidade, práticas sexuais, uso de drogas, conhecimento, atitudes e práticas relativas à Aids. RESULTADOS: Do total estudado, 90% dos jovens internos residiam com suas famílias antes da internação; todos haviam estudado em escolas públicas, ainda que 61% já houvessem abandonado os estudos; 12% já haviam usado drogas; e 5,5% eram usuários de drogas intravenosas. A maioria (98% era sexualmente ativa; 35% haviam tido mais de 15 parceiras(os sexuais ao longo da vida; 8% haviam tido experiências homossexuais (dentro ou fora da Febem; 12% já haviam trocado sexo por benefícios materiais; e 22% já eram pais. Muitos dos adolescentes afirmaram que adquirir o HIV "é parte da vida" e que suas vidas apresentam riscos piores, como sobreviver na criminalidade. Acreditam que o preservativo é frágil (83% e atrapalha a relação sexual (58%; 72% já haviam utilizado preservativo, mas apenas 9% o utilizavam sempre. CONCLUSÕES: Os adolescentes apresentaram um elevado risco de aquisição do HIV. Assim, torna-se necessário integrar a prevenção da Aids em sua problemática de vida e em temas como racismo, esperança pelo futuro, criminalidade, uso de drogas, direitos fundamentais, incluídos nestes os referentes ao sexo e à reprodução, mostrando existir alternativas a adquirir o HIV ou morrer na criminalidade.

  19. Fatores que influenciam a prevalência de sobrepeso e obesidade em estudantes adolescentes

    OpenAIRE

    Camelo, Eduardo de Moura

    2013-01-01

    O sobrepeso e a obesidade têm apresentado hoje no mundo um problema de saúde pública na população adulta, mas também com uma alta prevalência em jovens e adolescentes. Nas últimas décadas, as crianças tornaram-se menos ativas, fazendo uso da tecnologia. Uma relação entre a inatividade, como por exemplo, o tempo gasto assistindo televisão e o aumento da adiposidade em escolares vem sendo observada. A atividade física ajuda a diminuir o risco de obesidade, atuando na regulação do balanço energé...

  20. Efeitos do manejo comportamental de incontinência fecal em adolescente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Jonas das Neves

    Full Text Available A incontinência fecal, também conhecida como encoprese, é um transtorno de evacuação que acarreta prejuízos ao desenvolvimento psicossocial e orgânico da criança e do adolescente, e que demanda atenção e cuidado de pais e profissionais de saúde. No amplo contexto de tratamento da encoprese, a psicoterapia constitui importante recurso, sendo a terapia comportamental apontada como uma das modalidades mais promissoras e eficazes para o tratamento dessa dificuldade de eliminação. Este artigo apresenta o estudo dos efeitos do manejo comportamental de quadro de incontinência fecal em um adolescente de 14 anos, atendido em clínica-escola de Psicologia do interior do Estado de São Paulo durante 14 meses. A partir do referencial teórico da análise do comportamento, foi desenvolvido, em contexto psicoterápico, um conjunto de estratégias comportamentais com o cliente, bem como orientações aos pais, visando à gradativa extinção encoprética. No decorrer desse processo, o cliente apresentou significativas aquisições comportamentais de uso regular do banheiro e adequado controle esfincteriano, monitoradas semanalmente, que possibilitaram a plena extinção das ocorrências de sujidade, sendo avaliado o efeito em follow-up realizado três meses após o encerramento dessa intervenção.

  1. Sintomas depressivos em crianças e adolescentes com anemia falciforme

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe José Nascimento Barreto

    2011-01-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar a frequência de sintomas depressivos em crianças e adolescentes com anemia falciforme, bem como caracterizar e associar tal sintomatologia aos dados individuais. Métodos: Realizou-se um estudo transversal com portadores de anemia falciforme dos 7 aos 17 anos, atendidos em um ambulatório de Hematologia Pediátrica, os quais preencheram o Inventário de Depressão Infantil (CDI. Resultados: Foram avaliados 76 pacientes, estabelecendo-se em 13 o ponto de corte. Vinte e seis pacientes (34,2% apresentavam sintomas sugestivos de depressão. "Não ser tão bom quanto os outros colegas" foi o item mais pontuado, além de ter predominado significativamente naqueles com escore de CDI maior ou igual a 13, assim como as variáveis: ter pais separados ou viúvos e renda familiar mensal menor ou igual a R$ 510,00. O item "preocupação com dores" foi bem pontuado, independentemente da presença de sintomas depressivos (p = 0,1. Conclusão: A depressão em crianças e adolescentes com anemia falciforme ainda é pouco estudada. Os dados obtidos indicam frequência elevada de sintomas depressivos nessa população. Possivelmente, conviver precocemente com a separação dos pais e pertencer a uma família com baixa renda esteja relacionado ao desenvolvimento desses sintomas.

  2. Volume uterino em adolescentes avaliado pela ultra-sonografia Uterine volume in teenagers evaluated by ultrasound

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Mauad Filho

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o volume uterino de mulheres entre 10 e 40 anos, verificando-se se o volume uterino de adolescentes é menor que o volume uterino de mulheres entre 20 e 40 anos. Procuram-se enfatizar as diferenças entre o volume uterino de adolescentes e mulheres adultas correlacionando-as com a imaturidade do trato genital de adolescentes para a gravidez e o parto. MÉTODOS: estudo transversal, no qual 828 pacientes entre 10 e 40 anos foram divididas em dois grupos e avaliadas por meio da ultra-sonografia transabdominal para aferição do volume uterino. O primeiro grupo (Ad foi formado por 477 (57,7% adolescentes e o segundo grupo (Ma por 351 (42,3% mulheres adultas entre 20 e 40 anos. No grupo Ad, os exames ultra-sonográficos foram realizados por um único observador e no grupo Ma, por um grupo de médicos que seguiram a mesma metodologia utilizada no grupo Ad. Os aparelhos ultra-sonográficos utilizados foram Image Point HX (Hewlett Packard e Hitachi 525, com transdutor convexo multifreqüencial. O cálculo do volume uterino foi obtido pelos diâmetros longitudinal (DL, ântero-posterior (DAP e transverso (DT, multiplicados pela constante 0,45. RESULTADOS: o volume uterino de adolescentes entre 10 e 17 anos foi menor que o volume uterino de mulheres entre 20 e 40 anos (p0,05. CONCLUSÃO: o volume uterino de adolescentes com menos de 18 anos ou primíparas é menor que o volume uterino de mulheres entre 20 e 40 anos. Entretanto, adolescentes com 18 anos ou mais, ou secundíparas, têm volume uterino similar ao volume uterino de mulheres entre 20 e 40 anos.PURPOSE: to evaluate the uterine volume in women between 10 and 40 years in order to observe if the uterine volume in adolescents is smaller than the uterine volume in women between 20 and 40 years. We intend to emphasize the differences between the uterine volume of adolescents and that of adult women and to correlate with the immaturity of the genital tract of adolescents regarding

  3. Fatores sociodemográficos e comportamentais associados à adiposidade corporal em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Bozza

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar fatores sociodemográficos e comportamentais associados à obesidade abdominal (OA e ao percentual de gordura corporal elevado (%GC elevado em adolescentes de Curitiba-PR. Métodos: A amostra probabilística foi composta por 1.732 adolescentes, de 11 a 19 anos, de ambos os sexos, da rede pública de ensino. Foram coletadas as medidas de dobras cutâneas tricipital e panturrilha para o cálculo do %GC, além da medida da circunferência da cintura. Um questionário foi preenchido pelos adolescentes para avaliação das seguintes variáveis: sexo, idade, tipo de residência, nível socioeconômico, tempo gasto assistindo à TV durante a semana e o fim de semana, além do gasto energético diário. A regressão logística foi utilizada como medida de associação dos fatores sociodemográficos e comportamentais com a obesidade abdominal e o percentual de gordura corporal elevado. Resultados: As meninas apresentaram maior chance de ter o %GC elevado (OR: 2,73; IC95%: 2,32-3,33. Em contrapartida, têm menor chance de ter obesidade abdominal (OR: 0,58; IC95%: 0,44-0,78. Indivíduos mais velhos (16-19 anos apresentaram maior chance de ter o %GC elevado (OR: 1,36; IC95%: 1,02-1,83. Em contrapartida, as faixas etárias mais elevadas (13-15 anos e 16-19 anos tiveram uma associação inversa com a obesidade abdominal. Em relação ao gasto energético diário, os indivíduos menos ativos apresentaram maior chance de ter %GC elevado (OR: 1,36; IC95%: 1,07-1,71 e obesidade abdominal (OR: 1,40; IC95%: 1,09-1,80. Conclusões: Intervenções relacionadas ao aumento nos níveis de atividade física na população jovem devem ser elaboradas para o combate do excesso de adiposidade corporal.

  4. Adolescente em conflito com a lei e medidas socioeducativas: limites e (impossibilidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francischini, Rosângela

    2005-01-01

    Full Text Available Reinserção social, readaptação, ajustamento social, integração à família e sociedade. Várias são as expressões empregadas para referir-se ao efeito desejado do trabalho com o jovem em conflito com a lei, em cumprimento de medidas socioeducativas, particularmente em privação de liberdade. Parte do aparato legal do Estado, a partir da promulgação do Estatuto da Criança e do Adolescente, significaram, essas medidas, uma chamada à responsabilização do jovens, em face da transgressão cometida. No entanto, avalia-se, o que dá a essas medidas o caráter socioeducativo, fazendo com que o trabalho desenvolvido nas instituições diferencie-se do cumprimento de pena? Estrutura física, formação de recursos humanos, ações educativas e trabalho transdiciplinar são alguns dos aspectos implicados nesta questão. Neste contexto de discussão insere-se o presente artigo, que tem por objetivo discutir o caráter socioeducativo das medidas de privação de liberdade e as possibilidades de reinserção social do jovem em conflito com a lei

  5. O problema do trabalho infantil na agricultura familiar: o caso da produção de tabaco em Agudo-RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joel Orlando Bevilaqua Marin

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo do artigo é analisar a emergência do problema do trabalho infantil no cultivo de tabaco em Agudo, desencadeado pela promulgação do Decreto n. 6.481/2008, que trata das piores formas de trabalho infantil. Os procedimentos metodológicos utilizados foram a revisão bibliográfica, pesquisa documental e um estudo de caso, realizado no município de Agudo, Rio Grande do Sul. No estudo de caso, procurou-se obter dados quantitativos e qualitativos, por meio de questionários e entrevistas abertas, dirigidos para 27 agricultores familiares fumicultores, com filhos com menos de 18 anos de idade. Os resultados da pesquisa indicam a existência de um confronto entre diferentes concepções sobre o trabalho da criança no âmbito da agricultura familiar. Os dispositivos legais, os termos de compromissos e os contratos de integração na cadeia produtiva do fumo proíbem o trabalho de menores de 18 anos, fundamentando-se nos princípios internacionais da garantia do pleno desenvolvimento das crianças. Na perspectiva das famílias, o trabalho das crianças é entendido como "ajuda", forma de socialização e formação dos herdeiros. Portanto, os pais não concordam que se trata de uma forma perversa de exploração do trabalho dos próprios filhos.The aim of this paper is to analyze the emergence of the child labor problem in tobacco growing in Agudo (Rio Grande do Sul state, triggered by the promulgation of Act 6.481/2008, which addresses the worst child labor conditions. The methodological procedures used were the literature review, desk research and a case study, conducted in the municipality of Agudo. In the case study, we have tried to obtain quantitative and qualitative data through questionnaires and open interviews directed to 27 tobacco growers, and with teenagers and children under 18 years old. The survey results indicate the existence of a clash between different conceptions of child labor in small scale family farmers. The legal

  6. Acupuntura em adolescentes com fibromialgia juvenil Acupuntura en adolescentes con fibromialgia juvenil Acupuncture in adolescents with juvenile fibromyalgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marialda Höfling P. Dias

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a utilização da acupuntura em adolescentes com fibromialgia juvenil. MÉTODOS: Estudo retrospectivo realizado em pacientes com fibromialgia juvenil (critérios do Colégio Americano de Reumatologia submetidos a, pelo menos, 11 sessões semanais de acupuntura. As avaliações antes e após acupuntura incluíram dados demográficos, características da dor musculoesquelética, número de pontos dolorosos (NPD, escala visual analógica (EVA de dor, algiometria e índice miálgico (IM. Durante o estudo, os pacientes puderam usar analgésicos, amitriptilina e foram orientados a praticar atividade física aeróbica. Os resultados antes e após acupuntura foram comparados pelo teste não paramétrico de Wilcoxon. RESULTADOS: Dos 38 pacientes com fibromialgia juvenil acompanhados em oito anos consecutivos, 13 tinham todas as informações nos prontuários e nas fichas de acupuntura e foram avaliados. Destes 13, sete obtiveram melhora nos três parâmetros analisados (número de pontos dolorosos, EVA de dor e IM. As medianas do número de pontos dolorosos e da EVA de dor foram significativamente maiores antes do tratamento quando comparados ao final do tratamento com as sessões de acupuntura [14 (11-18 versus 10 (0-15, p=0,005; 6 (2-10 versus 3 (0-10, p=0,045; respectivamente]. Em contraste, a mediana do IM foi significativamente menor antes do tratamento [3,4 (2,49-4,39 versus 4,2 (2,71-5,99, p=0,02]. Nenhum dos pacientes com fibromialgia juvenil apresentou eventos adversos associados à acupuntura. CONCLUSÕES: Acupuntura é uma modalidade de Medicina Tradicional Chinesa que pode ser utilizada nos pacientes pediátricos com fibromialgia. Futuros estudos controlados serão necessários.OBJETIVO: Describir el uso de acupuntura en adolescentes con fibromialgia juvenil. MÉTODOS: Estudio retrospectivo realizado en pacientes con fibromialgia juvenil (criterios del Colegio Americano de Reumatología sometidos a al menos 11 sesiones

  7. Evolução da epidemia tabágica em adolescentes portugueses escolarizados e vias para o seu controlo: Uma análise baseada nos dados do Health behaviour in School - Aged Children (HBSC Smoking trends in Portuguese school: Aged children and aproaches for a control - An analysis based on the Health Behaviour in School - Aged Children (HBSC data

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Macedo

    2006-09-01

    Full Text Available Fumar tem consequências imediatas na saúde das crianças e dos adolescentes. No entanto, o maior risco que estas correm quando começam a fumar é o de ficarem dependentes do tabaco, muitas vezes para a vida inteira, podendo mais tarde vir a sofrer das inúmeras e graves patologias atribuídas ao tabagismo. Este facto releva a importância de prevenir o consumo de tabaco pelos jovens, para dessa forma controlar a expansão da epidemia tabágica e, consequentemente, evitar os problemas de saúde, económicos, sociais e ambientais a ela associados. Embora Portugal não tenha um plano nacional de prevenção do tabagismo, têm sido desenvolvidas em algumas escolas iniciativas para prevenir o consumo desta droga lícita. Para determinar a eficácia de tais medidas comparamos as prevalências do consumo de tabaco fornecidas pelo Health Behaviour in School - Aged Children (HBSC (11-15 anos de 1997/98 e 2002. Os resultados do estudo mostram que em Portugal se registou um grande aumento da prevalência do consumo de tabaco nos dois sexos, particularmente no feminino. Os dados permitem concluir que a escola não está a ser eficaz na prevenção do tabagismo e que em Portugal continua a ser necessário investir na prevenção primária.While smoking has negative health consequences for children and adolescents, the major risk of smoking onset by these age groups is tobacco dependence, in most cases for the rest of their lives, which can later lead to the suffering of diseases related to smoking. This fact shows the importance of smoking prevention in teens to avoid the negative health, economic and environmental effects related to smoking. Although Portugal does not have a National Smoking Prevention Programme, some schools have developed prevention campaigns to control the spread of the tobacco epidemic. To determine the efficacy of smoking prevention campaigns developed in Portuguese schools we compared the data of smoking prevalence provided by

  8. Desempenho em teste cardiopulmonar de adolescentes: peso normal e excesso de peso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kamilla Bolonha Gomes

    2014-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Sabe-se que o excesso de peso interfere no desempenho físico do cotidiano do adolescente e, consequentemente, na aptidão física e na capacidade cardiorrespiratória. OBJETIVO: O estudo objetivou identificar e comparar os valores das variáveis cardiorrespiratórias no limiar anaeróbico ventilatório (LAV de adolescentes com peso normal e excesso de peso. MÉTODOS: A amostra foi composta por 140 adolescentes de ambos os sexos entre 10 e 14 anos, escolares do município de Vitória, ES, Brasil. Foram mensuradas massa corporal e estatura para cálculo do índice de massa corporal (IMC. Os adolescentes foram divididos em grupo peso normal (GPN e grupo excesso de peso (GEP, realizaram um eletrocardiograma de repouso e um teste cardiopulmonar de exercício em esteira ergométrica (Inbrasport Super ATL utilizando o ergoespirômetro MedGraphics Corporation e o protocolo de rampa. O LAV foi identificado pelo método V-slope e/ou equivalente ventilatório de oxigênio (VE/VO2. Foram analisadas as seguintes variáveis no LAV: consumo de oxigênio (VO2LAV ml.kg-1.min-1, frequência cardíaca (FCLAV bpm, percentuais do consumo máximo de oxigênio (%VO2máxLAV e da FC máxima (%FCmáxLAV, e velocidade (VelLAV km/h, além do consumo máximo de oxigênio (VO2máx ml.kg-1.min-1 e FC máxima (FCmáx. Foi realizado teste t de Student nas comparações entre os grupos, considerando p<0,05 para significância estatística. RESULTADOS: O GPN apresentou valores significativamente maiores no LAV para VO2 ml.kg-1.min-1 (20,0 ±6,4 vs 15,8 ±5,7 e velocidade (7,1 ±0,9km/h vs 6,2 ±1,1km/h, e para o VO2máx (44,6 ±7,6 vs 36,0 ±6,4 quando comparado ao GEP. CONCLUSÃO: Os dados sugerem que adolescentes com excesso de peso apresentam prejuízo na aptidão cardiorrespiratória não somente ao nível máximo, mas também ao nível submáximo (LAV quando comparados aos adolescentes com peso normal.

  9. Prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes masculinos nas macrorregiões do Brasil, 1980-2000

    OpenAIRE

    Vasconcelos,Vera Lucia de; Lapa,Tiago Maria; Carvalho,Eduardo Freese de

    2006-01-01

    O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência e a tendência temporal do sobrepeso/obesidade em adolescentes brasileiros do sexo masculino. Métodos: Utilizou-se como fonte de informações o Banco de Dados do Exército Brasileiro. Esses dados foram coletados entre 1980 e 2000 e consta de 4.031.297 adolescentes entre 17 e 19 anos de idade. Foram realizados cinco cortes transversais, e quantificou-se a prevalência do sobrepeso/obesidade. Considerou-se sobrepeso o índice de massa corporal (IM...

  10. Prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes de uma escola da rede pública do Recife

    OpenAIRE

    Silva,Gisélia Alves Pontes da; Balaban,Geni; Nascimento,Eulália Maria M.; Baracho,Joana Darc Santana; Freitas,Maria Maia V.

    2002-01-01

    OBJETIVOS: determinar a prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes de uma escola pública de Recife, Pernambuco, Brasil. MÉTODOS: realizou-se um estudo de corte transversal com 211 adolescentes de uma escola pública de Recife, no ano de 2000. Sobrepeso foi definido como Índice de Massa Corporal igual ou superior ao percentil 85 e inferior ao percentil 95, para idade e sexo. Obesidade foi definida como Índice de Massa Corporal igual ou superior ao percentil 95. RESULTADOS: as prevalên...

  11. Prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes escolares do município de Fortaleza, Brasil

    OpenAIRE

    Campos,Lício de Albuquerque; Leite,Álvaro Jorge Madeiro; Almeida,Paulo Cesar de

    2007-01-01

    OBJETIVOS: determinar a prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes escolares do Município de Fortaleza, Brasil, e estimar a diferença entre a prevalência nas escolas públicas e privadas segundo sexo e faixa etária (adolescência precoce e tardia). MÉTODOS: estudo de corte transversal realizado no período de março a maio de 2003 com 1158 adolescentes, sendo 571 de escolas públicas e 587 de escolas privadas. Sobrepeso foi definido como indice de massa corporal (IMC) igual ou superior a...

  12. Maus tratos na infância, funções executivas, eventos estressores e desempenho escolar em adolescentes

    OpenAIRE

    Mothes, Luíza

    2013-01-01

    A presença de maus tratos na infância está relacionada ao pior funcionamento cognitivo em adolescentes. Além disso, os eventos estressores vivenciados na adolescência são fatores que também influenciam, de forma prejudicial, o funcionamento cognitivo e o desempenho acadêmico. A fim que investigar se existe associação entre maus tratos sofridos na infância, eventos estressores experienciados na adolescência, funcionamento executivo e desempenho escolar de adolescentes, esta dissertação teve um...

  13. Oficinas em sexualidade humana com adolescentes Workshop in human sexuality with adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alysson Massote Carvalho

    2005-12-01

    Full Text Available O presente trabalho tem por objetivo apresentar uma experiência de intervenção em orientação sexual com adolescentes em uma cidade do interior de Minas Gerais. Foram sujeitos da intervenção 50 estudantes da 8ª série do ensino fundamental de uma escola municipal da cidade, divididos em 4 grupos, sendo relatada aqui a experiência vivida em um deles, contando com 13 participantes, com idades variando entre 13 e 15 anos, sendo 8 do sexo masculino e 5 do sexo feminino. Utilizando a metodologia de Oficinas em Dinâmica de Grupo procurou-se, juntamente com os adolescentes, a reflexão e elaboração de sentimentos, comportamentos e conhecimentos compartilhados face à sexualidade, levando em consideração suas angústias e inseguranças relacionadas ao tema, e concentrando-se em dialogar sobre os aspectos afetivos e históricos envolvidos na vivência da sexualidade. A partir da análise dos processos grupais, articulados a uma conscientização ético-política dos sujeitos envolvidos, observou-se uma reconstrução/ressignificação dos sentidos atribuídos à sexualidade, ao pertencimento de gênero e ao contexto social mais amplo.The objective of this study was to determine how the intervention in sexual guidance was experienced by adolescents in a small city in Minas Gerais. The research involved 50 8th grade students of the municipal elementary school, divided into 4 groups. This article focuses on only one of these groups, with 13 members, 8 male and 5 female, of ages varying from 13 to 15 years old. The methodology used was that of workshops in group dynamics in order for the adolescents to reflect on their feelings, behavior and knowledge, in relation to sexuality. Participants' distress and insecurity in facing the topic were taken into consideration, and emphasis was placed on the emotional aspect and the life history of the subjects involved, in their experiences with sexuality. The analysis of this group process, demonstrated a

  14. Crianças e adolescentes com câncer em cuidados paliativos: experiência de familiares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Vendrami Parra Sanches

    2014-01-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo investigar a experiência dos familiares no cuidar de crianças e adolescentes com câncer, em cuidados paliativos, particularmente nos cuidados ao final da vida. Trata-se de uma pesquisa descritiva e exploratória, com análise qualitativa dos dados. Participaram do estudo 14 familiares, cuidadores de crianças e adolescentes que morreram por câncer, em acompanhamento em um hospital escola no estado de São Paulo. Os dados empíricos foram organizados ao redor de três temas: "O impacto do agravamento da doença na dinâmina familiar", "Comunicação de más notícias" e "A vivência da família diante dos cuidados paliativos". O estudo mostrou-se relevante para a assistência à criança e ao adolescente com câncer no fim da vida, pois as vivências complexas, dinâmicas e abrangentes das famílias no cuidado da criança e do adolescente poderão contribuir para a compreensão do processo de cuidar à luz dos fundamentos dos cuidados paliativos.

  15. Homofobia e sexualidade em adolescentes: trajetórias sexuais, riscos e vulnerabilidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Silva Teixeira

    Full Text Available Esta pesquisa é um estudo transversal realizado junto a 2282 estudantes de ambos os sexos que cursavam as três séries do ensino médio em três cidades do interior do oeste paulista. O instrumento de coleta de dados empregado foi um questionário autoaplicável com 131 questões. Neste artigo, abordamos as trajetórias sexuais de adolescentes de ambos os sexos que mantêm práticas sexuais homoeróticas ou não. Discutimos as relações desses adolescentes com seus familiares e grupos de pares e a questão de sair do armário como ferramenta política. Tendo como base as concepções de Sedgwick, analisamos os momentos em que sair do armário pode ser uma entre tantas maneiras de manifestação das diferentes sexualidades em relação à heteronormatividade. Apoiando-nos nas colocações de teóricos pós-estruturalistas, abordamos também as construções teóricas e as produções discursivas sobre a adolescência, apontando novas manifestações da juventude na contemporaneidade. Por fim, percebemos a existência de amplos fatores que afetam as decisões de jovens não heterossexuais quanto a sair (ou não do armário para além da homofobia: eventos pessoais, histórias de vida e mesmo a revelação de sua sexualidade aos pais e/ou a outras pessoas.

  16. Alterações ortopédicas em crianças e adolescentes obesos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle Brandalize

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A obesidade infanto-juvenil é um problema muito frequente e implica complicações que podem estar presentes precocemente, como as alterações ortopédicas. OBJETIVO: descrever as alterações que atingem o aparelho locomotor em crianças e adolescentes com sobrepeso e obesidade. METODOLOGIA: Foram consultadas as bases de dados MEDLINE, SciELO, LILACS, ISI e base de dados da Universidade de Standford, com a combinação dos seguintes descritores: "obesidade", "complicações", "criança", "dores músculo-esqueléticas", "postura", "alterações ortopédicas", "marcha" e seus respectivos sinônimos em inglês. RESULTADOS: Pôde-se observar que as crianças e adolescentes obesos são mais predispostos a apresentar essas complicações ortopédicas que os indivíduos eutróficos, e os principais problemas relatados foram as alterações posturais, como hiperlordose lombar e joelhos valgos, e dores músculo-esqueléticas, principalmente na coluna lombar e membros inferiores. Os principais fatores que causam esses problemas não são bem definidos, mas incluem aumento da sobrecarga articular associado à fragilidade óssea em fase de crescimento e à diminuição da estabilidade postural, o que conduz ao aumento das necessidades mecânicas regionais. CONCLUSÃO: A identificação precoce dessas disfunções é fundamental para que essas crianças recebam tratamento multidisciplinar adequado.

  17. Perfil das intoxicações em adolescentes no Brasil no período de 1999 a 2001

    OpenAIRE

    Bochner,Rosany

    2006-01-01

    Este trabalho analisa o perfil das intoxicações em adolescentes valendo-se da base de dados do Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas (SINITOX), composta de casos e óbitos de intoxicação humana registrados pelos Centros de Informação e Assistência Toxicológica, para o período de 1999 a 2001. Com relação aos casos, animais peçonhentos (33,7%) e medicamentos (25,7%) constituem os principais agentes tóxicos para os pré-adolescentes de 10 a 14 anos, enquanto para os adolescentes de...

  18. Associação entre peso de nascimento e fatores de risco cardiovascular em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Amenaide Carvalho Alves de Sousa

    2013-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Peso ao nascer (PN é um determinante de risco a médio e longo prazo de fatores de risco cardiovascular. OBJETIVO: Estudar a associação entre peso ao nascer e fatores de risco cardiovascular em adolescentes de Salvador. MÉTODOS: Estudo de corte transversal com grupos de comparação por PN. Amostra composta de 250 adolescentes, classificados segundo IMC: normal alto (>p50 e p85 ep95. As variáveis de risco para comparação foram: circunferência abdominal, pressão arterial, perfil lipídico, glicemia, insulina sérica, HOMA-RI e síndrome metabólica. Peso de nascimento foi informado pelos pais e classificado como baixo peso (PN 4.000g. RESULTADOS: Cento e cinquenta e três (61,2% meninas, idade 13,74 ± 2,03 anos, PN normal 80,8%, baixo PN 8,0% e alto PN 11,2%. Observou-se maior frequência de obesidade (42,9%, p=0,005, PAS e PAD elevadas (42,9%, p=0,000 e 35,7%, p=0,007, respectivamente e síndrome metabólica (46,4%,p =0,002 no grupo com PN alto em relação ao PN normal. Indivíduos de alto PN apresentaram RP para PAS elevada 3,3(I.C. 95%, 1,7-6,4 e para obesidade 2,6 (I.C. 95%, 1,3-5,2 em relação aos com PN normal. A CA foi 83,3 ± 10,1 [p=0,038] nos adolescentes com alto PN. O perfil lipídico não mostrou diferenças estatisticamente significantes. CONCLUSÃO: Os dados sugerem que obesidade, PAS e PAD elevadas e síndrome metabólica na adolescência têm chance significativa de associar-se a alto peso no nascimento.

  19. Análise de aspectos relacionados à sexualidade em site para adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Bovo Facchini

    2004-06-01

    Full Text Available Este estudo teve o objetivo de analisar o tema da sexualidade em um site destinado à população adolescente como um importante veículo promotor de orientação sexual. Destaca-se aqui a importância de analisar criticamente os conteúdos informativos sobre sexualidade disponíveis em um meio de comunicação como a Internet, atualmente muito difundido entre a população jovem. Para analisar o site, selecionou-se 25 matérias que versavam sobre diferentes temas da sexualidade. Os resultados mostram que os assuntos sobre sexualidade são, em geral, apresentados de forma superficial, não promovem a reflexão e não informam com precisão. Além disso, apresentam uma visão distorcida e preconceituosa, reforçando estereótipos e concepções sexuais vigentes. Conclui-se que é fundamental o posicionamento crítico da Psicologia em relação aos veículos de orientação sexual para que estes possam, de fato, garantir o esclarecimento e a orientação ética e não meramente reproduzir padrões sociais. Palavras-chave: internet; sexualidade; adolescência.

  20. Prabhã - Mandala: os efeitos da aplicação do desenho da mandala no comportamento da atenção concentrada em adolescentes

    OpenAIRE

    Dibo, Monalisa

    2007-01-01

    O objetivo deste estudo consiste em verificar se o desenho da mandala melhora a atenção concentrada em adolescentes em sala de aula e se o mesmo apresenta símbolos de conotação religiosa. É uma pesquisa qualitativa e quantitativa, que privilegia os significados e processos mensurados em termos de quantidade e freqüência. O instrumento utilizado para medir atenção concentrada em quatro turmas do Ensino Médio, que totalizaram 70 adolescentes, foi o Teste AC-15. As turmas B e C (Mandala + Te...

  1. Respostas autonômicas cardíacas à manobra de tilt em adolescentes obesos

    OpenAIRE

    Brunetto,Antônio Fernando; Roseguini,Bruno Tesini; Silva,Bruno Moreira; Hirai,Daniel Müller; Guedes,Dartagnan Pinto

    2005-01-01

    INTRODUÇÃO: A obesidade está associada às alterações do sistema nervoso autônomo. Estudos prévios em adultos têm mostrado que obesos apresentam resposta autonômica cardíaca diminuída frente a mudanças posturais. Contudo, pouco se sabe sobre o impacto do sobrepeso na adolescência quanto às respostas autonômicas ao estresse postural passivo. OBJETIVO: Comparar as respostas autonômicas cardíacas à manobra de tilt entre adolescentes obesos e não-obesos mediante análise da variabilidade da freqüên...

  2. Esteatose hepática em crianças e adolescentes obesos

    OpenAIRE

    Duarte, Maria Amélia S. M.; Silva, Giselia Alves Pontes da

    2011-01-01

    OBJETIVO: Descrever a frequência de esteatose hepática e da síndrome metabólica em um grupo de crianças e adolescentes obesos. MÉTODO: Estudo descritivo, do tipo série de casos, com 77 pacientes analisados, entre 2 anos e 13 anos e 11 meses de idade, no período de fevereiro a julho de 2007. Obesidade foi definida como índice de massa corporal > P95 para idade e sexo. O diagnóstico de esteatose hepática foi feito por ultrassonografia hepática. A síndrome metabólica foi definida segundo os crit...

  3. Personalidade e comportamentos problema: um estudo comparativo com adolescentes em contexto escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato G. Carvalho

    2014-03-01

    Full Text Available Neste estudo transversal analisámos a relação entre os comportamentos problema ao nível da indisciplina, desrespeito e conflituosidade dos adolescentes, em contexto escolar, e a personalidade e a psicopatologia, operacionalizadas nas dimensões PSY-5 do MMPI-A. Participaram no estudo 351 estudantes do 9º ao 12º ano, com idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos, distribuídos em três grupos diferentes, de acordo com o reporte da frequência de comportamentos problema. Os instrumentos foram a versão experimental portuguesa do MMPI-A e um questionário sobre diferentes dimensões do percurso escolar, em que se incluem os comportamentos problema. Através de análise estatística multivariada, verificámos diferenças significativas entre os grupos nas dimensões PSY-5, num padrão em que o grupo de maior frequência de comportamentos problema apresenta resultados superiores no MMPI-A. Os resultados são interpretados numa perspetiva que sublinha a relevância da personalidade na adaptação à vida escolar, bem como a importância da existência de técnicas de avaliação psicológica de forma a detetar, em contexto de normalidade, estudantes em risco de desenvolvimento de trajetórias inadaptativas.

  4. Panorama da violência sexual contra crianças e adolescentes em municípios cearenses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Poliana Hilário Magalhães

    2016-09-01

    Full Text Available Objetivo: Descrever o panorama da violência sexual contra crianças e adolescentes em municípios do litoral e do sertão do estado do Ceará, Brasil. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo realizado em 2014 com análise de dados secundários do “Disque 100” relacionados aos casos de violência sexual contra crianças e adolescentes nos municípios do estado do Ceará, Brasil, referentes ao triênio 2011-2013. Resultados: Foram analisados 210 municípios do sertão cearense, dentre eles o município de Acopiara com 18 (10,8% denúncias, sendo destaque para casos de denúncias por abuso sexual contra crianças e adolescentes. Dentre os municípios litorâneos, Caucaia representa o maior número de denúncias, com 112 (35.07% casos de abuso sexual. Conclusão: O estudo é uma alerta às autoridades e à comunidade para atentarem aos casos de violência sexual (exploração e abuso contra crianças e adolescentes que estão ocorrendo nos diversos municípios cearenses, principalmente na região litorânea.

  5. Terapia por Contensão Induzida (TCI em adolescentes com hemiparesia espástica: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julia Macruz Garcia

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A Terapia por Contensão Induzida (TCI é um protocolo terapêutico que visa diminuir a assimetria de uso dos membros superiores. OBJETIVO: Verificar o efeito da TCI em dois adolescentes, com paralisia cerebral hemiparética (PCH. MATERIAIS E MÉTODOS: Dois adolescentes com PCH, de 12 e 14 anos de idade, receberam aplicação de TCI por três horas diárias durante três semanas. Este estudo apresentou desenho ABA experimental, com um mês de seguimento. Os adolescentes foram avaliados com a Teenager Motor Activity Log (TMAL e o Wolf Motor Function Test (WMFT; o avaliador esteve independente da intervenção e cegado quanto à ordem das avaliações. RESULTADOS: Houve melhora na quantidade, qualidade e espontaneidade de uso após a aplicação da TCI segundo a escala da TMAL. Os dois pacientes apresentaram diminuição no tempo de execução das tarefas do WMFT e foi observada também melhora na habilidade funcional. CONCLUSÃO: Este estudo mostra efeitos positivos da TCI em adolescentes com PCH. Ressalta-se, no entanto, que se fazem necessários ensaios clínicos para confirmar a eficácia da intervenção nessa população.

  6. Distúrbios alimentares em adolescentes praticantes de balé e suas repercussões nutricionais

    OpenAIRE

    Girao, Ana Cecilia Maia

    2008-01-01

    A avaliação nutricional e o uso do Eating Atitudes Test (EAT-26) em indivíduos expostos aos riscos alimentares têm se tornado uma importante ferramenta no rastreamento de transtornos do comportamento alimentar, em especial a anorexia e a bulimia nervosa. Então, analisar as repercussões nutricionais decorrentes de erros alimentares crônicos em adolescentes praticantes de balé foi o objetivo desta pesquisa. A identificação dos distúrbios de comportamento alimentar mediante ferramentas e instrum...

  7. Prevalência do uso de produtos derivados do tabaco e fatores associados em mulheres no Paraná, Brasil Prevalence of tobacco use and associated factors among women in Paraná State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel C. Scarinci

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência do uso de produtos derivados do tabaco e o perfil demográfico de mulheres fumantes no Paraná, Brasil. Foi um estudo transversal de base populacional com amostragem por cluster envolvendo 2.153 mulheres com 18 anos de idade ou mais em sete cidades. A prevalência do uso do tabaco fumado foi de 13,4% variando de 10% (Cascavel a 19% (Irati. Na análise multivariada, cidade, estado civil e escolaridade foram significativamente associados ao uso do tabaco. Mulheres em Irati (OR = 2,08; IC95%: 1,22-3,54 foram mais propensas a serem fumantes que mulheres em Cambé. As casadas ou viúvas foram menos propensas a serem fumantes (OR = 0,47; IC95%: 0,30-0,73 e OR = 0,43; IC95%: 0,22-0,87 que as solteiras. Mulheres em união estável foram mais propensas a serem fumantes que as solteiras (OR = 2,49; IC95%: 1,12-5,53 e mulheres com curso superior foram menos propensas a serem fumantes que as com primeiro grau ou menos (OR = 0,41; IC95%: 0,22-0,87. Estes resultados confirmam a necessidade de programas de controle do tabaco que levem em consideração as questões de gênero e regiões.This study aimed to estimate the prevalence of tobacco use and to describe the demographic profile of female smokers in Paraná State, Brazil. The study used a cross-sectional population-based design with cluster sampling (n = 2,153 of women 18 years or older in seven cities. Prevalence of smoking was 13.4%, ranging from 10% in Cascavel to 19% in Irati. According to multivariate analysis, city of residence, marital status, and schooling were significantly associated with tobacco use. Women in Irati (OR = 2.08; 95%CI: 1.22-3.54 were more likely to smoke than those in Cambé. Married women and widows were less likely to smoke (OR = 0.47; 95%CI: 0.30-0.73 and OR = 0.43; 95%CI: 0.22-0.87 than single women. Women living with a partner (but not married were more likely to smoke than single women (OR = 2.49; 95%CI: 1.12-5.53, and

  8. Redução do dispêndio energético e excesso de peso corporal em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frutuoso Maria Fernanda Petroli

    2003-01-01

    Full Text Available A contemporânea redução no dispêndio energético apresenta-se como fator determinante da atual epidemia de obesidade observada em centros urbanos. Em adolescentes esta modificação intensifica-se quando associada a atividades passivas de lazer, como assistir televisão, brincar com jogos eletrônicos e usar a Internet. Este trabalho procurou analisar a inatividade física e a influência da televisão na prática alimentar de adolescentes, aspectos preditivos ao excesso de peso. Participaram deste estudo 155 indivíduos com média de 11,5 ± 1,43 anos de idade. Os diagnósticos de sobrepeso e obesidade basearam-se no índice de massa corporal para adolescentes. Foram detectadas associações estatisticamente significativas entre apresentar sobrepeso e obesidade e praticar atividades passivas e consumir alimentos em frente à televisão para ambos os sexos. Estes achados mostraram que a inatividade física, associada ao aumento no consumo de alimentos energéticos enquanto assistem televisão ou em decorrência da influência de comerciais de produtos alimentícios por ela veiculados, representa um dos fatores determinantes para o desenvolvimento de peso corporal excessivo durante a adolescência.

  9. Aspectos sociodemograficos e clinicos da qualidade de vida relacionada a saude bucal em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Glazer Peres

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência e identificar fatores sociodemográficos e parâmetros bucais associados ao impacto negativo da condição bucal na qualidade de vida de adolescentes. MÉTODOS: Foram analisados dados de 5.445 adolescentes entre 15 e 19 anos que participaram do inquérito nacional de saúde bucal (SBBrasil 2010, considerando a complexidade do desenho amostral. O desfecho foi a qualidade de vida relacionada à saúde bucal, avaliada por meio do questionário Oral Impacts on Daily Performance e analisada de forma discreta. As variáveis de exposição foram sexo, cor da pele, escolaridade, renda familiar, idade, cárie não tratada, perda dentária, dor de dente, oclusopatias, sangramento gengival, cálculo dentário e bolsa periodontal. Foram conduzidas análises de regressão de Poisson e apresentadas as razões de médias (RM, com respectivos intervalos de 95% de confiança (IC95%. RESULTADOS: Dos pesquisados, 39,4% relataram pelo menos um impacto negativo na qualidade de vida. Após o ajuste, a média do impacto negativo foi de 1,52 (IC95%1,16;2,00 vez maior no sexo feminino e 1,42 (IC95% 1,01;1,99, 2,66 (IC95% 1,40;5,07 e 3,32 (IC95% 1,68;6,56 vezes maior nos pardos, amarelos e indígenas, respectivamente, em relação aos brancos. Quanto menor a escolaridade, maior a média de impacto negativo (RM 2,11, IC95% 1,30;3,41, assim como em indivíduos com renda familiar até R$ 500,00 (RM 1,84, IC95% 1,06;3,17 comparados aos de maior renda. Encontrou-se maior impacto na qualidade de vida entre adolescentes com quatro ou mais lesões de cáries não tratadas (RM 1,53, IC95% 1,12;2,10, uma ou mais perdas dentárias (RM 1,44, IC95%1,16;1,80, com dor de dente (RM 3,62, IC95% 2,93;4,46 e com oclusopatia grave (RM 1,52, IC95% 1,04;2,23 e muito grave (RM 1,32, IC95% 1,01;1,72. CONCLUSÕES: Os adolescentes brasileiros relataram alto impacto negativo da saúde bucal na sua qualidade de vida. A iniquidade em sua distribuição deve ser

  10. Comportamentos violentos de adolescentes e coabitação parento-filial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Lessa Horta

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a associação entre comportamentos violentos de adolescentes e a coabitação parento-filial. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional realizado na área urbana de Pelotas, RS, em 2002, com amostragem em múltiplos estágios. Foram entrevistados 960 adolescentes com utilização de questionário auto-aplicado. As variáveis dependentes (uso de armas e envolvimento em brigas no último ano foram referidos pelos adolescentes e a variável independente coabitação parento-filial foram submetidas a análise pelo teste de qui-quadrado e razão de prevalências, ajustada para idade, sexo, nível socioeconômico e relato de uso na vida e recente de álcool, tabaco ou drogas ilícitas. RESULTADOS: O envolvimento em brigas no último ano foi referido por 23% dos sujeitos e o uso de armas por 9,6%. A razão de prevalência de ocorrência desses comportamentos foi de 1,38 (IC95%: 0,71; 2,68, p = 0,34 para envolvimento em brigas e de 1,68 (IC95%: 1,06; 2,67, p = 0,03 para uso de armas, tendo como referência sujeitos que coabitavam com pai, com mãe ou com ambos. CONCLUSÕES: A coabitação parento-filial deve ser considerada em políticas de prevenção ao uso de armas por crianças e adolescentes, mas recomenda-se o cuidado de não estigmatizar crianças e adolescentes que não coabitam com pais e mães.

  11. Variáveis pessoais e contextuais associadas a comportamentos de risco em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jana Gonçalves Zappe

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Este estudo investigou o engajamento de adolescentes brasileiros em comportamentos de risco (uso de substâncias, comportamento sexual de risco, comportamento antissocial e comportamento suicida, buscando identificar os fatores de risco e proteção pessoais e contextuais mais associados com esses comportamentos. Métodos Participaram 1.332 adolescentes de 12 a 19 anos (M = 15,68; DP = 1,60, de ambos os sexos. Resultados O engajamento em comportamentos de risco variou em função da idade e do sexo, e o uso de substâncias foi o tipo de comportamento de risco mais prevalente entre os que foram investigados. Os fatores significativamente associados à adoção desses comportamentos foram violência intra- e extrafamiliar, ter amigos próximos ou familiares que usam drogas, eventos estressores e elevado nível de autoeficácia; enquanto os fatores que se mostraram protetores foram elevado nível de autoestima, expectativas positivas quanto ao futuro e percepção de positividade nas relações com família, escola, religião e comunidade. Conclusão O estudo permitiu identificar algumas características da manifestação de comportamentos de risco na adolescência, com destaque para a prevalência mais alta do uso de substâncias e a coocorrência de diferentes tipos de comportamentos de risco. Dentre os fatores de risco mais associados com o engajamento em comportamentos de risco, destacaram-se a presença de eventos estressores ao longo da vida e a proximidade com amigos que usam drogas. A partir disso, sugere-se investir na minimização de fatores de risco e na potencialização de fatores protetivos para a promoção do desenvolvimento saudável durante a adolescência.

  12. Exposição à violência em adolescentes de diferentes contextos: família e instituições

    OpenAIRE

    Braga,Luiza Lima; Dell'Aglio,Débora Dalbosco

    2012-01-01

    Este estudo investigou a frequência da exposição à violência intrafamiliar e extrafamiliar, em 946 adolescentes com idades entre 12 e 19 anos (M = 15,42; DP = 1,67), que viviam em diferentes contextos: com as famílias (G1), em instituições para cumprimento de medidas socioeducativas (G2) e em instituições de acolhimento (G3). Foi utilizado o Questionário da Juventude Brasileira. Foi observado que os adolescentes de G3 apresentaram maior frequência de exposição à violência intrafamiliar, enqua...

  13. Broncoespasmo induzido pelo exercício em adolescentes asmáticos obesos e não-obesos

    OpenAIRE

    Lopes,Wendell Arthur; Rosário,Nelson; Leite,Neiva

    2010-01-01

    OBJETIVO: Avaliar e comparar a frequência e intensidade do broncoespasmo induzido pelo exercício (BIE) em adolescentes asmáticos obesos e não-obesos. MÉTODOS: Estudo transversal e descritivo realizado com 39 adolescentes de ambos os sexos, com idade entre dez e 16 anos, divididos em dois grupos conforme o histórico clínico de asma e/ou rinite alérgica e o índice de massa corporal: asmáticos obesos (n=18); asmáticos não-obesos (n=21). Utilizou-se o teste de broncoprovocação com exercício para ...

  14. Fatores associados ao sobrepeso em crianças : adolescentes e adultos do municipio do Rio de Janeiro

    OpenAIRE

    Vania Maria Ramos de Marins

    2002-01-01

    Resumo: Investigou-se a associação entre sobrepeso nas crianças, adolescentes e adultos da cidade do Rio de Janeiro, com fatores socioeconômicos e demográficas. Utilizou-se uma amostra probabilística de base domiciliar, em dois estágios, através de entrevista e exame físico. A casuística compreendeu crianças e adolescentes de seis a dezenove anos e adultos acima de vinte anos. A tese foi dividida em três artigos: o primeiro abordou a população adulta com idade acima de vinte anos. Para class...

  15. Excesso de peso em adolescentes e estado nutricional dos pais: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Niedja Maria da Silva Lima

    Full Text Available Resumo O objetivo do presente estudo é verificar a associação entre o excesso de peso em adolescentes e o estado nutricional dos pais e identificar possíveis fatores determinantes. A pesquisa foi realizada nas bases de dados Pubmed, Lilacs, Scielo e Biblioteca Virtual de Saúde (BVS, considerando-se o período de 2004 a 2014. Os descritores usados foram: “Adolescente”, “Fatores de risco”, “Obesidade”, “Pais” e “Sobrepeso”. Dos 366 artigos encontrados, apenas 07 atenderam a todos os critérios de elegibilidade. Notou-se nos adolescentes prevalência de sobrepeso mais elevada nos estudos realizados no Brasile na Grécia, enquanto a prevalência de obesidade foi maior nos estudos conduzidos nos Estados Unidos. Foram verificadas maiores prevalências de excesso de peso em adolescentes do sexo masculino. Todos os trabalhos mostraram que a presença de sobrepeso ou obesidade no pai ou na mãe aumenta o risco dos adolescentes desenvolverem excesso de peso, e esse risco é ainda maior quando ambos os pais são obesos. A grande associação entre excesso de peso nos adolescentes e estado nutricional dos pais está relacionada com inúmeros fatores, dessa forma, a presença de um fator de risco, como, por exemplo, a predisposição genética, pode ser amenizada por um fator de proteção, como hábitos alimentares saudáveis.

  16. Semiótica de ser mãe adolescente: construção identitária de adolescentes em ciclo gravídico-puerperal

    OpenAIRE

    Rodrigues, Francisco Rafael de Araújo; Crespo, Sandrina Sofia da Silva; Silva, Edite Lopes da; Bruno, Raphael Camurça; Amaral, Letícia Reis

    2016-01-01

    A maternidade na adolescência como fenômeno cultural, quando estudada através de uma rede de significados, constitui excelente ensaio para compreensão humana. Objetivou-se identificar a regularidade semântica utilizada por adolescentes em ciclo gravídico-puerperal sobre ser mãe nesta fase da vida. Estudo descritivo, com 317 testes de associação livre de palavra com adolescentes em ciclo gravídico-puerperal, analisados por estatística descritiva e análise fatorial por correspondência. Os prece...

  17. Experiência de educação em saúde sobre sexualidade com adolescentes institucionalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Zukowsky-Tavares

    2017-03-01

    Full Text Available Objetivo: Descrever a experiência de um projeto de ação que consistiu em fomentar a reflexão e a aprendizagem sobre sexualidade saudável por meio da educação em saúde. Síntese dos dados: Trata-se de um relato de experiência de uma atividade de extensão universitária realizada em novembro de 2015, com envolvimento de graduandos e mestrandos, em uma unidade da Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo do Adolescente – Fundação CASA, no município de São Paulo/SP, Brasil. Na experiência, houve participação de 75 adolescentes internos do sexo masculino. O projeto enfatizou o envolvimento dos adolescentes e gestores em etapas como: 1. Levantamento de questionamentos na temática; 2. Discussão e busca de fontes de pesquisa pelos mestrandos; 3. Elaboração, aplicação e avaliação do projeto de ação, em formato carrossel, alternando três grupos: anatomia e cuidados com o aparelho reprodutor masculino, doenças sexualmente transmissíveis (DSTs, e estilo de vida saudável e sexualidade. Conclusão: Por meio da ação educativa em saúde foi proposta a reflexão por um pensar a sexualidade, tanto na dimensão higiênica preventiva como na orientação a hábitos de vida promotores de saúde.

  18. Autoestima e cárie dentária em adolescentes: um estudo seccional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Espíndola LUNARDELLI

    Full Text Available Resumo Introdução A cárie dentária na adolescência continua sendo um importante problema de saúde pública; entretanto, a sua relação com os fatores psicológicos é pouco estudada. Objetivo Estudar a possível associação entre aspectos de autoestima e cárie dentária em adolescentes. Material e método Estudo transversal envolvendo amostra de 409 adolescentes de 13 municípios do sul do Brasil. A cárie foi avaliada segundo critérios da Organização Mundial da Saúde e a autoestima, pela Escala de Rosenberg. O teste do qui-quadrado foi utilizado para determinar a significância estatística das associações. Para ajustar para variáveis de confusão, foi utilizada a regressão loglinear de Poisson com estimativa robusta. Resultado Foram observadas associações positivas entre presença de dentes cariados e alguns aspectos da escala de autoestima: “Às vezes, eu acho que não presto para nada” (p <0,001; “Eu gostaria de poder ter mais respeito comigo mesmo” (p=0,016, e “Eu, com certeza, me sinto inútil, às vezes” (p=0,022. Associação negativa foi observada com: “No conjunto, eu estou satisfeito comigo” (p=0,022. Na análise ajustada, os adolescentes com dentes cariados apresentaram maior prevalência de respostas positivas para a questão “Às vezes, eu acho que não presto para nada” [RP= 1,23 (IC 95% 1,05; 1,44] e maior prevalência de respostas negativas para a questão “No conjunto, eu estou satisfeito comigo” [RP= 1,12 (IC 95% 1,02; 1,24]. Conclusão Aspectos da autoestima foram, independente e significativamente, associados com a presença de dentes cariados.

  19. Fatores individuais associados à má oclusão em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Gama Rebouças

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo foi identificar a severidade da má oclusão e fatores associados em adolescentes brasileiros. Foram analisados dados dos 5.445 adolescentes que participaram do inquérito nacional de saúde bucal (SB Brasil 2010, sendo que destes, 4276 permaneceram no estudo com base nos critérios de inclusão. A variável dependente foi má oclusão severa e muito severa, classificada pelo índice de estética dentária (DAI > 30. As variáveis independentes foram: local de moradia, macrorregião, cor da pele autorreferida, renda, sexo, escolaridade, acesso a serviço de saúde bucal, presença de cárie não tratada e dentes perdidos por cárie, anteriores e posteriores. Foi realizada analise de regressão logística múltipla hierarquizada considerando o plano amostral complexo de conglomerados. A prevalência de má oclusão severa e muito severa foi de 17,5%. Após ajustes, o grupo preto/pardo (OR1,59 IC95%1,09-2,34, a menor renda familiar (OR0,67 IC95%0,55-0,82, a perda por cárie de dentes anteriores (OR2,32 IC95%1,14-4,76 e posteriores (OR1,45 IC95%1,14-1,84 mostraram associação com o desfecho. Concluiu-se que o grupo pretos/pardos, os que possuem menor a renda familiar e os que têm mais dentes anteriores e posteriores perdidos por carie, apresentam maior a chance de ter má oclusão severa/muito severa.

  20. Drogadição e atos infracionais na voz do adolescente em conflito com a lei

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Eni Fernandes Nunes Pereira

    Full Text Available Por meio das abordagens sistêmica e psicossocial, o presente estudo tem como objetivo descrever e discutir a relação entre os níveis de dependência relacional das drogas e a prática de atos infracionais entre os jovens, na perspectiva do adolescente em conflito com a lei. As informações foram coletadas por entrevistas semi-estruturadas, aplicadas em 29 adolescentes, autores de infração, da Vara da Infância e Juventude de Brasília. O método de análise refere-se à análise de conteúdo do tipo construtivo-interpretativo. Os resultados apontam várias conexões entre os níveis de dependência relacional das drogas (efeitos, crenças, relações afetivas, pares, provedores, fornecedores e a prática de infrações. Os diferentes níveis de dependência identificados na voz dos adolescentes mostram a multiplicidade e complexidade das relações entre a drogadição e a prática de atos infracionais entre jovens e, portanto, a necessidade de um trabalho de intervenção em rede.

  1. Consumo alimentar de adolescentes matriculados em um colégio particular de Teresina, Piauí, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CARVALHO Cecilia Maria Resende Gonçalves de

    2001-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar o consumo alimentar de adolescentes matriculados em um colégio particular de Teresina, realizou-se estudo transversal através de amostragem sistemática. A freqüência de consumo de alimentos expressa em dias por semana foi obtida mediante questionário administrado individualmente ao aluno. O estado nutricional foi avaliado pelo Índice de Massa Corporal, considerando com sobrepeso valores > ou = P85. Os resultados indicam prevalência elevada de risco para o sobrepeso (19,8% nos 334 adolescentes. Os meninos consumiram com maior freqüência alimentos energéticos (milho, manteiga, pizza, lasanha, sucos industrializados, refrigerantes e construtores (frango, ovos, leguminosas em relação às meninas (p < 0,05. Os adolescentes de 10 a 13 anos consumiram com maior freqüência milho, mel, açúcar, rapadura enquanto aqueles com idade entre 17 e 19 anos consumiram mais arroz, bolos, biscoitos, rosca, balas, goma de mascar, refrigerantes, frutas verde-amarelo.

  2. QUALIDADE DE SONO E SUA ASSOCIAÇÃO COM SINTOMAS PSICOLÓGICOS EM ATLETAS ADOLESCENTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel Cordeiro Gomes

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Verificar a prevalência de má qualidade de sono e sua associação com características pessoais e sintomas de depressão, ansiedade e estresse em adolescentes atletas amadores. Métodos: Foram avaliados 309 adolescentes atletas, entre 10 e 19 anos. Para a coleta de dados foram utilizados: questionário estruturado, contendo informações pessoais; Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh (PSQI; e Escala de Ansiedade, Depressão e Stress de 21 itens (EADS-21. Na análise descritiva foram calculados a média e o desvio padrão das variáveis numéricas e as frequências absolutas e relativas das variáveis categóricas. Para a análise inferencial foram realizados teste t de Student e teste do qui-quadrado, além de regressão de Poisson, sendo calculadas as razões de prevalência (RP em um intervalo de confiança de 95% (IC95%. Resultados: A média de idade dos participantes foi de 14,1±2,1, sendo 13,8±2,0 para o grupo de adolescentes com boa qualidade do sono e 15,0±2,1 para o grupo com má qualidade do sono. A má qualidade do sono foi registrada em 28,2% (n=87, a depressão, em 26,9% (n=83 e a ansiedade/estresse, em 40,1% (n=124 da amostra. A má qualidade do sono se associou à faixa etária de 15 a 19 anos (RP 1,24; IC95% 1,14-1,37, a adolescentes com sobrepeso (RP 1,12; IC95% 1,01-1,24 e com sintomas de depressão (RP 1,23; IC95% 1,08-1,40 e de ansiedade/estresse (RP 1,16; IC95% 1,04-1,28. Conclusões: A presença de sobrepeso e sintomas psicológicos, bem como a idade superior a 15 anos, se mostraram fatores de risco para aumentar a chance da má qualidade do sono em adolescentes atletas.

  3. El precio real del tabaco

    OpenAIRE

    Giner García, Manuel

    2014-01-01

    Externalidades en el consumo del tabaco. Ineficiencia asociada a las externalidades y como pueden ser corregidas a través de impuestos especiales. Comparación con el mercado de los cigarrillos electrónicos. El catalizador de tabaco como posible solución para reducir externalidades negativas. La evolución legislativa de los últimos años de la ley antitabaco y sus consecuencias en el comportamiento social.

  4. Recomendações para oxigenoterapia domiciliar prolongada em crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola V. Adde

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Orientar pediatras, neonatologistas, pneumologistas, pneumologistas pediátricos e outros profissionais envolvidos na área sobre as principais indicações e as particularidades da oxigenoterapia domiciliar prolongada em crianças e adolescentes. FONTES DOS DADOS: Pesquisa bibliográfica na base de dados MEDLINE/PubMed (1990 a 2011. Adicionalmente, referências de estudos selecionados foram incluídas. Como para muitos dos aspectos não existem evidências científicas consistentes, algumas recomendações citadas foram feitas com base em experiência clínica. SÍNTESE DOS DADOS: Oxigenoterapia domiciliar prolongada tem sido uma prática crescente nos pacientes pediátricos e se encontra indicada em casos de displasia broncopulmonar, fibrose cística, bronquiolite obliterante, pneumopatias intersticiais, hipertensão pulmonar, etc. Ressaltam-se como benefícios: redução de internações, otimização do crescimento físico e do desenvolvimento neurológico, melhora da tolerância ao exercício e da qualidade do sono e prevenção da hipertensão pulmonar/. Os níveis de saturação de oxigênio indicativos para a oxigenoterapia diferem dos estabelecidos para adultos com doença pulmonar obstrutiva crônica e variam de acordo com a doença e faixa etária. Para a avaliação da saturação de oxigênio, utiliza-se a oximetria de pulso, sendo a gasometria arterial dispensável. Há três fontes de oxigênio disponíveis: cilindros gasosos, oxigênio líquido e concentradores de oxigênio. Os fluxos utilizados costumam ser menores, assim como o número de horas/dia necessários, quando comparados ao uso em adultos. Em algumas doenças há melhora, e a suspensão do oxigênio é possível. CONCLUSÕES: Oxigenoterapia domiciliar prolongada é uma terapêutica cada vez mais comum em pediatria e suas indicações são numerosas. Há particularidades relevantes quando comparada aos adultos em relação às indicações, modo de uso e

  5. Estresse em crianças e adolescentes com Síndrome de Williams-Beuren em idade escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Alice Alcantara dos Santos Amaral

    Full Text Available Síndrome de Williams-Beuren é uma doença de múltiplos órgãos causada por microdeleção de 25 genes no cromossomo 7 (q11.23, sugerindo uma vulnerabilidade ao estresse. Objetivamos determinar se crianças e adolescentes com síndrome de Williams-Beuren apresentam níveis elevados de estresse. Avaliamos 40 indivíduos em idade escolar, com diagnóstico de síndrome de Williams-Beuren e grupo controle. Os instrumentos utilizados: Escala de Estresse Infantil (ESI, Escala de Inteligência para Crianças (WISC, Escala de Inteligência para Adultos (WAIS e um questionário semiestruturado. No grupo com o SWB, 50% tinham altos níveis de estresse em comparação com 28,6% no grupo controle, diferença altamente significativa estatisticamente (p 0,140. Indivíduos com síndrome de Williams mostram índice elevado de estresse. Este estudo destaca a necessidade de orientação sobre a síndrome a pais e gestão escolar, com foco na redução de possíveis fatores ambientais estressantes.

  6. Alcohol y tabaco en adolescentes españoles y mexicanos y su relación con la actividad físico-deportiva y la familia Alcohol and tobacco consumption in Spanish and Mexican adolescents and its relation to physical and sports-related activity and to the family

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Ruiz-Risueño Abad

    2012-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar la influencia del consumo de alcohol o tabaco junto a variables independientes (sexo y edad; tiempo y actividades de ocio; motivaciones, patrones, modalidades y finalidades físico-deportivas; y conductas del entorno familiar en la actividad físico-deportiva de alumnos de educación secundaria obligatoria en España y México. MÉTODOS: 3 249 alumnos españoles y 1 083 alumnos mexicanos de entre 12 y 16 años respondieron un cuestionario sobre hábitos físico-deportivos, consumo de bebidas alcohólicas o tabaco e influencia del entorno familiar. Se realizó un análisis descriptivo y una regresión logística multinomial para averiguar la capacidad predictiva de las variables incluidas en el modelo. RESULTADOS: En ambos países el consumo aumenta con la edad. Comparativamente existe mayor prevalencia entre los estudiantes españoles a la hora de consumir sustancias adictivas. Los estudiantes españoles físicamente activos tienen menos probabilidades de consumir alcohol y tabaco; entre los mexicanos no se encuentran diferencias significativas al respecto. Los resultados reflejan que en España las mujeres consumen bebidas alcohólicas y fuman con mayor frecuencia. Los varones españoles, sin embargo, lo hacen de manera esporádica pero en mayores cantidades. En México, los adolescentes consumen alcohol más regularmente que las adolescentes, pero no existen diferencias en la cantidad. CONCLUSIONES: En España, la práctica de actividades físico-deportivas se relaciona claramente con un menor consumo. Ser físicamente activo actúa como agente protector ante hábitos no saludables. En los adolescentes mexicanos no se ha encontrado una relación significativa entre estos factores. Tanto en España como en México, los hermanos y los padres son los familiares que mayor influencia ejercen respecto del consumo de alcohol y tabaco. Además, se ha comprobado la tendencia a un consumo simultáneo de ambas sustancias

  7. Perfil de Consumo de Substâncias Psicoativas por Adolescentes Escolares do Ensino Fundamental da Grande Porto Alegre/RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Dido Balbinot

    2012-12-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar o perfil de consumo de substâncias psicoativas por escolares da Grande Porto Alegre/RS. Método: Estudo transversal com amostra composta por adolescentes de ambos os sexos (n=147. Para coleta dos dados utilizou-se questionário elaborado para tal. Resultados: A experimentação do álcool ocorreu em média aos 11,48 anos (DP=1,82. As substâncias mais utilizadas na vida foram: álcool por 80% (DP=54,4 da amostra, tabaco por 14% (DP=9,5 e maconha por 3% (DP=2,0. Evidenciou-se associação entre percepção sobre problemas com álcool e: problemas com tabaco (p<0,001, com maconha (p=0,041 e com anabolizantes (p=0,008. Conclusão: A amostra apresentou uso precoce de álcool e associação entre a percepção de problemas decorrentes do álcool e problemas com: tabaco, maconha e anabolizantes. Palavras-chave: adolescentes; drogadição; substâncias psicoativas.

  8. Associação de sintomas de rinoconjuntivite e asma em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia C.M. Brito

    2009-07-01

    Full Text Available Resumo: Objectivos – Determinar a prevalência da associação de sintomas de rinoconjuntivite e asma em adolescentes, analisar se os sintomas de asma são mais intensos e frequentes entre os adolescentes com sintomas de rinoconjuntivite alérgica e avaliar se os adolescentes reconhecem os sintomas de rinoconjuntivite.Métodos – Realizou-se um estudo do tipo corte transversal com dois componentes: um estudo de prevalência e um estudo entre casos (sintomas de rinoconjuntivite, com um grupo de comparação (ausência de sintomas de rinoconjuntivite a partir de informações dos questionários aplicados na fase 3 do ISAAC, no ano de 2002, na cidade do Recife.Resultados – A prevalência da associação de sintomas de rinoconjuntivite e de provável asma foi de 5,1% (48/940; IC 95%: 3,8 %-6,6%, apenas de asma de 10,9% (103/940; IC 95%: 9,1%-13,1% e de rinoconjuntivite isolada foi de 9,7% (91/940; IC 95%: 7,9%-13%. Entre os adolescentes com sintomas de rinite, 81,3% (39/48 tinham provável asma persistente, 31,8% (48/151 dos com sintomas de asma referiam também sintomas de rinoconjuntivite. Não reconheciam os sintomas de rinoconjuntivite 65,1% (86/132 dos adolescentes que apresentavam esses sintomas.Conclusão – A associação de sintomas de rinoconjuntivite e asma é frequente e está associada à maior gravidade dos sintomas de asma. O facto de os adolescentes não reconhecerem os sintomas de rinoconjuntivite reflecte o subdiagnóstico, que pode resultar na desvalorização dos sintomas e, consequentemente, no tratamento inadequado.Rev Port Pneumol 2009; XV (4: 613-628 Abstract: Aim – Our study aimed to determine the rate of association of rhinoconjunctivitis and asthma symptoms in adolescents to analyse whether asthma symptoms are more severe and frequent in asthmatics with concomitant allergic rhinitis and assess if adolescents are aware of having

  9. Depressão em Adolescentes: Revisão da Literatura e o Lugar da Pesquisa Fenomenológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Karynne Melo

    Full Text Available Resumo Atualmente a depressão em adolescentes consiste em um fenômeno complexo e cada vez mais recorrente. Visando identificar e discutir os estudos que estão sendo produzidos sobre este tema, realizamos uma revisão de literatura com base em pesquisas indexadas nos bancos de dados SciELO; Portal de Periódicos da Capes; BDTD; APA; ScienceDirect; Redalyc; Lillacs e MedLine, mediante cruzamento das palavras-chave: depressão e adolescência; depressão em adolescentes; depression in adolescentes; depresión en adolescentes. Foram identificados 247 textos, sendo que, após apreciação baseando-se nos critérios de elegibilidade, restaram 159 estudos. Num primeiro momento, essas pesquisas foram organizadas quantitativamente e, a seguir, por uma análise qualitativa. Os estudos evidenciaram cinco categorias temáticas: sintomas depressivos; fatores associados à variabilidade sintomatológica; eventos estressores e fatores de risco; comorbidades associadas à depressão em adolescentes e depressão e suicídio em adolescentes. Os eixos abordados demonstram que ainda existe muito a discorrer sobre essa forma de adoecimento, em virtude dos múltiplos contornos que a constituem. Destacamos a escassez de trabalhos pautados em uma perspectiva fenomenológica, apesar do gradativo crescimento nos últimos anos. Sugere-se a fomentação, bem como a construção de novos espaços de discussão, no intuito de auxiliar os profissionais que estão envolvidos com essa temática em sua praxis.

  10. REPRESENTAÇÃO CORPORAL DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM SITUAÇÃO DE RUA

    OpenAIRE

    JAEGER, Angelita Alice; Universidade Federal de Santa Maria

    2013-01-01

    Esta investigação procurou analisar a representação corporal apresentada pelas crianças e adolescente em situação de rua de Santa Maria. RS, identificando e analisando sua fachada pessoal, bem como os valores orientadores desta representação. Para tanto utilizou-se a observação participante, entrevistas e declarações espontâneas registradas em anotações de campo, realizadas junto aos grupos que se encontravam na praça Saldanha Marinho, do centro da cidade, e/ou freqüentavam o Projeto Escola A...

  11. Condiloma Acuminado em Crianças e Adolescentes Condyloma Acuminatum in Children and Adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Francis Benevides Rehme

    1998-08-01

    Full Text Available Objetivo: analisar os fatores epidemiológicos, manifestações clínicas e forma de tratamento da infecção pelo papilomavírus. Métodos: todos os casos de condiloma acuminado em crianças e adolescentes atendidas no período de 1990 a 1995 no Ambulatório de Ginecologia Infanto-Puberal foram revisados, tendo sido coletados dados referentes a idade, manifestações clínicas, local das lesões, formas de transmissão e tratamento. Resultados: entre os 18 casos estudados, a média de idade foi de 6 anos e 11 meses (variando de 2 a 15 anos. A manifestação clínica mais comum foi a presença de verrugas (61,1%. As lesões eram localizadas na região vulvoperineal em 44,4% das pacientes, sendo que lesões perianais e vulvares foram observadas em 27,8% e 22,2% dos casos, respectivamente. Não foi possível confirmar a ocorrência de abuso sexual nem de lesões condilomatosas nos pais em 66,7% dos casos. Provável abuso sexual (não-confirmado foi relatado em 2 casos. A terapêutica básica foi a cauterização química. Conclusões: o abuso sexual em crianças e adolescentes com condiloma acuminado deve ser investigado, apesar da existência de outras formas de transmissão, incluindo auto ou heteroinoculação. As formas de apresentação na idade jovem diferem das do adulto, sendo necessária uma terapêutica adequada a essa população.Parpose: to analyze the epidemiologic factors, clinical manifestations and forms of treatment of infection with papiloma virus. Method: all cases of condyloma acuminatum in children and adolescents assisted in the period from 1990 to 1995 in the Service of Children and Adolescent Gynecology were revised. We present the following data: age, diagnosis, clinical manifestations, sites of the lesions, transmission modes and treatment. Results: the average age of the 18 studied cases, was 6 years and 11 months (ranging from 2 to 15 years. The most common clinical manifestation was the presence of warts (61.1%. The

  12. ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI EM MOÇAMBIQUE: REFLEXÕES SOBRE MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS E LIMITES PARA SUA APLICAÇÃO PRÁTICA.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tomás Xavier Francisco

    2015-03-01

    Full Text Available Este artigo tem por fim analisar, por um lado, a problemática dos adolescentes em conflito com a lei em Moçambique, e por outro lado, fazer reflexões sobre as medidas socioeducativas e limites para a sua aplicação prática. O trabalho contempla uma introdução, desenvolvimento onde arrola-se considerações sobre o histórico da legislação sobre adolescentes ou menores no país, reflexões sobre medidas socioeducativas e seus limites para sua aplicação prática, e por fim, contempla considerações finais e referências bibliográficas. A metodologia usada foi estudo exploratório, recorrendo-se a pesquisa bibliográfica e análise documental.

  13. Evolução temporal da prevalência de anemia em adolescentes grávidas de uma maternidade pública do Rio de Janeiro

    OpenAIRE

    Pessoa,Lidiane da Silva; Saunders,Cláudia; Belfort,Gabriella Pinto; Silva,Letícia Barbosa Gabriel da; Veras,Lívia Soares; Esteves,Ana Paula Vieira dos Santos

    2015-01-01

    OBJETIVO: Descrever a evolução temporal da prevalência de anemia em adolescentes grávidas atendidas em uma maternidade pública do município do Rio de Janeiro no período de 2004 a 2013. MÉTODOS: Trata-se de um estudo analítico transversal retrospectivo com 628 gestantes/puérperas adolescentes, distribuídas em 3 grupos distintos: Grupo A (2004 a 2006), Grupo B (2007 a 2010) e Grupo C (2013). Informações relativas às caracter&...

  14. Via de parto em gestações sucessivas em adolescentes: estudo de 714 casos Route of delivery in successive gestations in adolescents: study of 714 cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vamberto Oliveira de Azevedo Maia

    2004-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a associação da via de partos consecutivos de 714 gestantes adolescentes, que pariram na Maternidade do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, no período de janeiro a dezembro de 2001. PACIENTES E MÉTODOS: em estudo prospectivo, analítico, transversal, tipo incidência, foi analisada a sucessão das vias de parto da primeira até a quarta gestação de 714 parturientes adolescentes, com idade variando entre 13 e 19 anos (média 17,2±1,5 anos. Identificando-se, no livro da sala de parto, a cada dia, as adolescentes que pariram, após ter obtido o consentimento livre e esclarecido, cada uma respondeu a um questionário estruturado, com 65 perguntas diretas e respostas fechadas, pré-codificadas, entre as quais estavam vias de parto e o número de gestações. RESULTADOS: observou-se que 527 (73,8% adolescentes tiveram uma única parturição, 149 (20,9% duas parturições, 35 (4,9% três partos e 3 (0,4% quatro partos. Dentre os 273 partos cesáreos, 207 (75,8% ocorreram em primíparas, 65 (23,8% em paucíparas e 1 (0,4% em multípara. Houve associação estatisticamente significante entre via de parto da primeira e da segunda parturições; em 83 (55,7% gestantes adolescentes quanto à via transvaginal e em 41 (27,5%, para a via cesárea. Coincidiram também as vias de parto de segunda e terceira parturições, em 23 (65,7% gestantes adolescentes no parto transvaginal e em outras 10 (28,6% na cesárea. CONCLUSÃO: identificou-se tendência da coincidência das vias de parto em gestações sucessivas em parturientes adolescentes, até a terceira parturiçãoPURPOSE: to analyze the association between modes of consecutive deliveries of 714 adolescents attended at the Maternity sector of the Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (Federal University of Pernambuco, from January to December 2001. PATIENTS AND METHODS: according to a prospective, analytic, transversal, and incidence

  15. Sistema Socioeducativo Potiguar: um debate sobre violações de direitos de crianças e adolescentes em âmbito internacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilana Lemos Paiva

    2016-12-01

    Full Text Available O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA, embasado especialmente no processo da Convenção Internacional das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança (1989, representou um significativo avanço em relação à proteção dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes, e originou mudanças paradigmáticas ao responsabilizar adolescentes em conflito com a lei por meio de medidas socioeducativas. Apesar dos avanços observados, a realidade dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas continua marcada por quadro de violação de direitos. Desse modo, pretende-se analisar as graves e recorrentes violações de direitos humanos a adolescentes em conflito com a lei verificadas no estado do Rio Grande do Norte, como territorialidade específica. Compreende-se que, apesar das limitações, acionar o sistema americano de direitos humanos revela-se uma importante ferramenta. Estatuto da Criança e do Adolescente, Sistema Socioeducativo, sistema americano de direitos humanos

  16. Avaliação dos efeitos do laser em baixa intensidade em adolescentes com cervicalgia

    OpenAIRE

    Araujo, Deise Sales de

    2014-01-01

    Este estudo teve por objetivo verificar os efeitos da terapia com laser em baixa intensidade na região cervical em jovens com cervicalgia (CV), por meio de amplitude de movimento cervical- ADM e da atividade eletromiográfica dos músculos trapézio descendente. A presença de CV foi determinada pelo Índice de Incapacidade Cervical (NDI). Trata-se de um estudo clínico randomizado, controlado e cego em jovens entre 17 e 25 anos, sem distinção de raças, que apresentaram quadro de CV crônica. Todos ...

  17. Simultaneidade de comportamentos de risco para infecções sexualmente transmissíveis em adolescentes brasileiros, 2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosália Garcia Neves

    Full Text Available Resumo OBJETIVO: analisar a simultaneidade de dois grupos de comportamentos de risco para infecções sexualmente transmissíveis em adolescentes brasileiros. MÉTODOS: estudo transversal com dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar 2012; os desfechos foram (1 simultaneidade de consumo de álcool, fumo e drogas (pelo menos dois e (2 não uso de camisinha e relação sexual com dois ou mais parceiros. RESULTADOS: a simultaneidade de consumo de álcool, fumo e drogas foi de 14,7% nos meninos e 21,5% nas meninas, mais prevalente em brancos, com mães mais escolarizadas, que não moravam com os pais; aproximadamente 12,0% dos adolescentes apresentaram simultaneidade de não uso de camisinha e dois ou mais parceiros, sendo mais frequente nos meninos mais novos, não brancos (RP=1,22; IC95% 1,10;1,36 e que não moravam com os pais (RP=1,78; IC95% 1,48;2,16, enquanto nas meninas, esse desfecho associou-se a maior idade. CONCLUSÃO: ambos desfechos associaram-se a diferentes características, dependendo do sexo do adolescente.

  18. Identificando adolescentes em situação de rua com potencial para altas habilidades/ superdotação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Oliveira Guimarães Cardoso

    2014-12-01

    Full Text Available A presente pesquisa investigou adolescentes em situação de rua com potencial para Altas Habilidades/Superdotação (AH/SD. O método utilizado foi a Inserção Ecológica abrangendo visão contextualizada mediante a história de vida, características dos sujeitos, concepções sobre as potencialidades nos contextos de interação, fatores de risco e proteção ao desenvolvimento. Os participantes envolveram os técnicos do Programa Municipal Criança Urgente, quatro adolescentes indicados, seus responsáveis e professores daqueles que frequentavam a escola durante a pesquisa. Os instrumentos de coleta de dados foram: Escala para Avaliação das Características Comportamentais de Habilidades Superiores adaptada de Renzulli-Hartman; Escala de Autoconceito Infanto-Juvenil; TAEC - Test de Abreacción para Evaluar La Creatividad e Entrevistas Semiestruturadas. O cruzamento dos dados obtidos permitiu delinear o perfil de potencialidades de cada adolescente pesquisado. Estas contribuem para o reconhecimento, aceitação e valorização da cidadania e superação das adversidades em benefício social.

  19. Células progenitoras endoteliais circulantes em crianças e adolescentes obesos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    António Pires

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Objetivo Investigar a relação entre os números de células progenitoras endoteliais circulantes e a ativação endotelial em uma população pediátrica com obesidade. Métodos Estudo observacional e transversal, que incluiu 120 crianças e adolescentes com obesidade primária de ambos de sexos, entre seis e 17 anos, recrutados de nossa Clínica de Riscos Cardiovasculares. O grupo de controle contou com 41 crianças e adolescentes com índice de massa corporal normal. As variáveis analisadas foram: idade, sexo, índice de massa corporal, pressão arterial sistólica e diastólica, proteína C reativa de alta sensibilidade, perfil lipídico, leptina, adiponectina, resistência à insulina para avaliação do modelo de homeostase, proteína quimiotática de monócitos-1, E-seleticna, dimetilarginina assimétrica e números de células endoteliais progenitoras circulantes. Resultados A resistência à insulina foi correlacionada à dimetilarginina assimétrica (p = 0,340; p = 0,003, que foi diretamente correlacionada, porém de forma muita amena, à E-seleticna (ρ = 0,252; p = 0,046. Não constatamos que a proteína C reativa de alta sensibilidade estivesse correlacionada a marcadores de ativação endotelial. A pressão arterial sistólica foi diretamente correlacionada ao índice de massa corporal ρ = 0,471; p < 0,001 e à resistência à insulina para avaliação do modelo de homeostase (ρ = 0,230; p = 0,012 e inversamente correlacionada à adiponectina (ρ = −0,331; p < 0,001 e à lipoproteína de alta densidade-colesterol ρ = −0,319; p < 0,001. Os números de células progenitoras endoteliais circulantes foram diretamente correlacionados, porém de forma muito amena, ao índice de massa corporal (r = 0,211; p = 0,016, à leptina (ρ = 0,245; p = 0,006, aos níveis de triglicerídeos (r = 0,241; p = 0,031 e à E-seleticna ρ = 0,297; p = 0,004. Conclusão Os números de células progenitoras endoteliais circulantes s

  20. Salud familiar en familias con adolescente gestante Saúde familiar em famílias com adolescentes gestantes Family health in families with pregnant adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha cecilia Veloza Morales

    2012-01-01

    Full Text Available La investigación se basó en la teoría de organización sistémica de Marie Louse Friedemann; el objetivo fue describir el grado de salud familiar de familias con adolescente gestante. Estudio Descriptivo transversal comparativo, con abordaje cuantitativo donde se evaluó el grado de salud familiar a 100 familias atendidas en dos instituciones prestadoras de Salud (IPS en Bogotá, Colombia; se organizaron en dos grupos: la mitad de las familias con adolescentes gestantes que presentaron morbilidad en el tercer trimestre del embarazo y la otra mitad que no presentaron morbilidad; para la recolección de la información se utilizó el instrumento ISF GES 19 diseñado, implementado y probado por la doctora Pilar Amaya de Peña. Se obtuvo una visión global acerca de la salud familiar y se comparó el grado de salud familiar de acuerdo con las características halladas en cada uno de los grupos. Se concluye que las familias no sienten o no perciben el riesgo de sufrir o no una patología durante el embarazo, y por tanto, no afecta su grado de salud familiar el cual consideran saludable y satisfecho. Se invita a crear estrategias que conlleven a disminuir los riesgos de salud a que se expone la familia y la madre adolescente.Apesquisa foi baseada na teoria da organização sistémica de Marie Louse Friedemann; o objeto foi descrever o grau de saúde familiar das famílias com adolescentes gestantes. Estu-do descritivo transversal comparativo, com abordagem quan-titativa onde foi avaliado o grau de saúde familiar de 100 famí-lias atendidas em duas instituições fornecedoras de serviços de saúde (IPS em Bogotá, Colômbia. As 100 famílias foram organizadas em dois grupos: a metade das famílias com adolescentes gestantes que apresentaram morbidez no terceiro trimestre de gravidez e a outra metade conformada por aquelas famílias com adolescentes gestantes que não apresentaram morbidez; para a compilação da informação, utilizou-se o

  1. Síndrome metabólica em adolescentes com sobrepeso e obesidade Metabolic syndrome in obese and overweight adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilisa Stenghel F. Souza

    2007-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar a prevalência da síndrome metabólica em adolescentes acompanhados em ambulatório de obesidade. MÉTODOS: Foram avaliados 84 adolescentes com idades entre dez e 19 anos, divididos em dois grupos, de acordo com o escore Z do índice de massa corpórea (Z IMC, sendo um o grupo de adolescentes com sobrepeso (GSP e o outro, o grupo de adolescentes obesos (GOB. GSP: Z IMC>1 e 2 (2,4±0,6, 32M/26F. Três ou mais dos critérios a seguir foram considerados no diagnóstico da síndrome metabólica e avaliados pelo teste do qui-quadrado entre os grupos: Z IMC>2; triglicérides em jejum >130mg/dL; lipoproteína de alta densidade 100mg/dL ou homeostatic model assessment index (HOMA >2,5; elevação da pressão arterial acima do percentil 90 ajustada para gênero, estatura e idade. RESULTADOS: A prevalência da síndrome metabólica esteve significantimente elevada nos adolescentes obesos (GOB: 40% versus GSP: 4%, p=0,0008. O grupo GOB mostrou maiores valores referentes a insulinismo (54% versus 19%, p=0,003, HOMA (66% versus 38%, p=0,01 e trigliceridemia (21% versus 4%; p=0,04. CONCLUSÕES: É importante que o pediatra fique atento aos sinais de síndrome metabólica em adolescentes obesos. A detecção precoce pode ser feita por meio de simples parâmetros e permite a adoção de medidas preventivas para o desenvolvimento da doença cardiovascular em adolescentes.OBJECTIVE: Evaluate the prevalence of metabolic syndrome in adolescents followed in an outpatient obesity clinic. METHODS: 84 adolescents (ten to 19 years old were divided in two groups, one composed by overweight adolescents (OWG and the other, by obese adolescents (OBG, according to Z scores of the body mass index (Z BMI. OWG: Z BMI>1 and 2 (2.4±0.6; 32M/26F. Three or more criteria were considered to define the presence of metabolic syndrome and tested by chi-square: Z BMI>2; fasting triglycerides >130mg/dL; high-density lipoprotein cholesterol 100mg/dL or homeostatic model

  2. O perfil dos adolescentes que cumprem medida socioeducativa de prestação de serviços à comunidade em Maringá - PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Lopes Silva

    2011-07-01

    Full Text Available Este artigo resulta da pesquisa sobre adolescentes em conflito com a lei e o cumprimento da medida sócio educativa de Prestação de Serviços a Comunidade no município de Maringá – PR. Trata-se de uma pesquisa documental qualitativa, cujo objetivo foi o de construir uma breve reflexão sobre a a infância e juventude para compreensão do envolvimento do adolescente em atos infracionais. A pesquisa foi realizada no Centro de Referência Sócio Educativo - CRSE, órgão executor das medidas sócio educativas de Prestação de Serviços a Comunidade e Liberdade Assistida, no município de Maringá- PR. A pesquisa ocorreu em duas etapas: a revisão de literatura sobre os temas criança e adolescente e adolescente em conflito com a lei. A segunda ocorreu por meio da consulta ao banco de dados do CRSE; do registro dos prontuários dos adolescentes que cumprem a referida medida, bem como os instrumentos utilizados pelos profissionais do CRSE nos atendimentos realizados. A pesquisa foi desenvolvida no período de julho a novembro de 2010. Foi possível identificar o perfil do adolescente em cumprimento de medida sócio educativa de PSC no CRSE. Esta identificação nos deu a dimensão da situação econômica e social do adolescente e família atendidos pela equipe do programa.

  3. Indicadores de Desenvolvimento em Crianças e Adolescentes com QI Igual ou Inferior a 70

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Santos SOUZA

    Full Text Available RESUMO: este estudo teve o objetivo de buscar indicadores de desenvolvimento em crianças e adolescentes com dificuldades para aprender, com QI igual ou inferior a 70 no teste WISC-IV (compatível com o valor delimitado para o diagnóstico de deficiência intelectual. Fundamentou-se na perspectiva histórico-cultural do desenvolvimento humano proposta por Vygotsky, especialmente no que se refere à distinção entre desenvolvimento real e potencial. Foram relatados estudos de caso com duas crianças. A coleta de dados ocorreu a partir de gravações em áudio de entrevistas semiestruturadas com os pais/responsáveis e com os profissionais da escola em que os participantes estavam matriculados, e gravações em vídeo das sessões de atendimento de um serviço de educação não formal que as crianças participavam regularmente. A análise de dados envolveu transcrição das entrevistas e elaboração de quadros com os modos de participação social e processos mentais superiores relatados, de cada criança/adolescente; exame das filmagens das sessões de atendimento, com transcrição e análise microgenética de episódios significativos. Os dados sugerem que, ao se enfatizar a busca de indicadores de desenvolvimento, pode-se obter uma visão abrangente de cada caso, de forma a contemplar, para além das limitações, as potencialidades das crianças e dos adolescentes.

  4. Ultrassonografia pélvica em crianças e adolescentes Pelvic ultrasonography in children and teenagers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wellington de Paula Martins

    2009-12-01

    Full Text Available O conhecimento das mudanças que ocorrem no útero e ovários durante a puberdade é fundamental ao investigar alterações da pelve feminina em crianças e adolescentes. O exame ultrassonográfico nestas pacientes é rotineiramente realizado por via abdominal usando o líquido da bexiga como uma janela ultrassônica, embora possa ser algumas vezes realizado pela via vaginal em adolescentes sexualmente ativas. As principais indicações para ultrassonografia pélvica em crianças e adolescentes são a puberdade precoce ou atrasada, dor ou massas pélvicas, genitália ambígua, sangramento vaginal em crianças e amenorreia primária. Neste artigo relatamos a técnica do exame, além de descrever os achados mais freqüentes.The knowledge of uterine and ovarian changes in the puberty is essential in the investigation changes in the female pelvis of children and teenagers. In these patients, pelvic ultrasonography is routinely performed with a full bladder to produce an acoustic window, although this examination may also be performed with endovaginal approach in sexually active teenagers. Main indications for pelvic ultrasonography in children and teenagers are either early or delayed puberty, pelvic pain or tumors, ambiguous genitalia, vaginal bleeding in children, and primary amenorrhea. In the present paper, the authors describe the scanning technique and the most frequent sonographic findings.

  5. CEP em Selfie: abordando sexting com adolescentes como forma de exposição virtual da sexualidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo das Neves Leal

    2017-06-01

    Full Text Available Este artigo objetiva relatar e refletir sobre intervenções feitas pelo Centro de Estudos Psicológicos (CEP-RUA da Universidade Federal do Rio Grande (FURG acerca do compartilhamento de fotos com conteúdo sexual – sexting – entre adolescentes, a fim de colaborar com o desenvolvimento saudável desse público. Foram realizadas três intervenções no município entre os anos de 2014 e 2015, a primeira numa escola privada com cerca de 100 estudantes que estavam entre o 7º ano do Ensino Fundamental e o 3º ano do Ensino Médio, a segunda na zona rural da cidade com 25 participantes sendo eles adolescentes e responsáveis atendidos pela a equipe do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS da área, a terceira foi feita com 120 adolescentes participantes de um projeto social. Para abordar a temática usou-se dinâmicas grupais, contextualizando a necessidade humana de se autorretratar, a exposição da sexualidade durante diferentes contextos históricos e com diferentes ferramentas, da arte à utilização de dispositivos eletrônicos como celulares, câmeras digitais e computadores. Além disso fez-se a apresentação dos dispositivos legais para proteção e acolhimento da vítima em casos de exposição indevida da imagem, principalmente disposições do Estatuto da Criança e do Adolescentes sobre direito a imagem e punição em caso do denunciado ter também até 18 anos incompletos. As intervenções revelaram que a maioria dos adolescentes já tinham conhecimentos prévios sobre o assunto, embora desconhecem-se o termo sexting, também predominou a culpabilização das vítimas quando se tratava de mulheres expostas. Afirmou-se a necessidade de investir na abordagem multidisciplinar da educação para sexualidade com intuito de desmistificar e desconstruir alguns tabus sobre o tema.      

  6. POLÍTICAS PÚBLICAS E ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI: revisão sistemática da literatura nacional

    OpenAIRE

    Lisiane Ligia Mella; Jéssica Limberger; Ilana Andretta

    2016-01-01

    Políticas públicas voltadas ao adolescente em conflito com a lei têm sido amplamente destacadas ao longo da história brasileira, principalmente após o processo de redemocratização do país, que culminou na promulgação da Constituição Federal de 1988 e o posterior Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) em 1990. A presente revisão bibliográfica objetiva descrever estudos brasileiros de 2005 a 2015 acerca das políticas públicas dos adolescentes em conflito com a lei, analisando se tais estudo...

  7. Riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade Riesgos cardiovasculares en adolescentes con diferentes grados de obesidad Cardiovascular risks in adolescents with different degrees of obesity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Silvia Ferrari Lavrador

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há poucos estudos sobre riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade. OBJETIVO: Avaliar repercussões metabólicas associadas a diferentes graus de obesidade em adolescentes e seu impacto nos riscos cardiovasculares. MÉTODOS: Estudo transversal com 80 adolescentes obesos, divididos em dois grupos: 22,5, denominados obesos com menor e maior grau de obesidade, respectivamente. Foram realizados exame físico e avaliação bioquímica e de composição corporal. Para a análise estatística, foram aplicados os testes t-Student e qui-quadrado, com a finalidade de comparar os dois grupos. Modelo logístico múltiplo foi utilizado para verificar as associações entre variáveis bioquímicas e grau de obesidade. Foram desenvolvidos escores de risco para doença cardiovascular, de acordo com o número de alterações encontradas nas seguintes variáveis: glicemia de jejum, triglicérides, HDL e PA. Foram verificadas associações entre esses escores e o grau de obesidade. RESULTADOS: Os dois grupos diferiram em valores de peso, circunferência da cintura, glicemia e insulina de jejum, HOMA-IR, triglicérides, HDL, PA e medidas de composição corporal (pFUNDAMENTO: Existen pocos estudios sobre riesgos cardiovasculares en adolescentes con diferentes grados de obesidad. OBJETIVO: Evaluar repercusiones metabólicas asociadas a diferentes grados de obesidad en adolescentes y su impacto en los riesgos cardiovasculares. MÉTODOS: Estudio transversal con 80 adolescentes obesos, divididos en dos grupos: 22,5, denominados obesos con menor y mayor grado de obesidad, respectivamente. Se llevaron a cabo examen físico y evaluación bioquímica y de composición corporal. Para el análisis estadística, se aplicaron las pruebas t-Student y chi-cuadrado, con la finalidad de comparar los dos grupos. Modelo logístico múltiple se utilizó para verificar las asociaciones entre variables bioquímicas y grado de obesidad. Se

  8. Tabagismo em amostra de adolescentes escolares de Salvador-Bahia Smoking among school adolescents in Salvador (BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adelmo Souza Machado Neto

    2003-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O hábito de fumar em geral se inicia na adolescência. No Brasil, as estimativas da freqüência deste hábito entre adolescentes variam de 1% até 35%. OBJETIVO: Estimar a prevalência do tabagismo entre os adolescentes da oitava série do ensino fundamental à terceira série do curso médio, em escolas de Salvador - Bahia, Brasil. MÉTODO: Feito um estudo do tipo corte transversal de caráter exploratório. Foram aplicados 3.500 questionários a alunos matriculados entre a 8ª série do ensino fundamental e a 3ª série do ensino médio, em cinco escolas da região metropolitana de Salvador (BA. Análise estatística: medidas descritivas e de associação (razão de prevalência e o teste t de Student e o do qui-quadrado. RESULTADOS: A prevalência do tabagismo entre adolescentes de Salvador (BA foi de 9,6%, considerando-se os 3.180 questionários válidos, sendo maior no sexo masculino (14% que no feminino (6%. À medida que aumentava a idade, elevava-se essa prevalência. A média de idade do início do tabagismo foi de 14 ± 2 anos. Dentre adolescentes, 46% experimentaram o cigarro e 20% destes continuaram fumando. Entre filhos de fumantes a freqüência foi maior. O número médio de cigarros consumidos por dia pelos adolescentes que fumavam diariamente (n = 132 foi de 7 ± 6, sendo maior no sexo masculino. CONCLUSÃO: A prevalência do tabagismo em uma amostra selecionada de adolescentes escolares de Salvador (BA foi de 9,6%, sendo maior entre os indivíduos do sexo masculino. A experimentação e a influência dos pais foram associadas ao tabagismo nos adolescentes.BACKGROUND: Most tobacco users become addicted during adolescence. In Brazil, smoking prevalence among teenagers varies from 1% to 35%. OBJECTIVE: To estimate the prevalence of smoking among teenagers, aged from 13 to 20, in fundamental and high school in Salvador, Bahia, Brazil. METHOD: Cross-sectional exploratory study. Thirty five hundred questionnaires were

  9. Adolescentes travestis e transexuais em conflito com a lei: a emergência de novas reivindicações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Silva Nicácio

    2016-12-01

    Full Text Available O reconhecimento da identidade de gênero de adolescentes travestis e transexuais, no âmbito do sistema socioeducativo, aponta para a emergência e consolidação de direitos antes não reconhecidos no cenário brasileiro. Recentes e inéditas decisões do sistema de justiça infanto-juvenil do país têm inaugurado novos desafios e perspectivas de acautelamento consoantes com as especificidades que permeiam a experiência social vivenciada por esse público. Nesse sentido, os extratos do diário de campo aqui apresentados visam apresentar alguns dos impactos gerados pelo acautelamento de uma adolescente travesti em centro de internação para adolescentes do gênero feminino, bem como o percurso para a implementação de tal medida, inédita no Estado de Minas Gerais. 

  10. Relação entre condição gengival e fatores sociodemográficos de adolescentes residentes em uma região brasileira

    OpenAIRE

    Fonseca, Emilio Prado; Ferreira, Efigênia Ferreira e; Abreu, Mauro Henrique Nogueira Guimarães; Palmier, Andréa Clemente; Vargas, Andréa Maria Duarte

    2015-01-01

    O objetivo deste artigo é relacionar as condições gengival e socioeconômica e distribuição demográfica de adolescentes residentes em uma região desfavorecida brasileira. O estudo transversal foi realizado com amostra probabilística de 450 adolescentes (15-19 anos) em 13 municípios sorteados no Vale do Jequitinhonha (MG). A condição gengival foi avaliada por um examinador calibrado (Kappa ≥ 0,85) e baseado Índice Periodontal Comunitário (CPI). Foram calculadas as frequências para indivíduos e ...

  11. Qualidade de vida e saúde bucal em crianças e adolescentes: aspectos conceituais e metodológicos

    OpenAIRE

    Barbosa,Taís de Souza; Mialhe,Fábio Luiz; Castilho,Aline Rogéria Freire de; Gavião,Maria Beatriz Duarte

    2010-01-01

    O interesse pela qualidade de vida e saúde bucal em crianças e adolescentes vem aumentando, já que as desordens orais provavelmente apresentam efeito negativo na qualidade de vida das mesmas. Neste sentido, questionários que visam a avaliar o impacto da saúde bucal no bem-estar têm sido desenvolvidos e adaptados para este grupo específico. O objetivo deste trabalho é descrever a relação entre qualidade de vida e saúde bucal em crianças e adolescentes, focalizando aspectos conceituais e metodo...

  12. Expectativas dos adolescentes em relação aos professores e profissionais de saúde na área da sexualidade

    OpenAIRE

    Correia, Teresa

    2008-01-01

    Em Portugal, as políticas de Saúde e Educação sofreram recentes alterações. Este estudo descreve as expectativas dos adolescentes, em relação aos profissionais, na área da sexualidade. Participaram no estudo 7932 estudantes do ensino secundário das capitais de distrito. Utilizou-se um questionário que foi auto – aplicado nas escolas, sob supervisão. Os adolescentes afirmam que é indispensável a existência de estruturas de apoio à sexualidade (96,3%) e declaram que a Escola (87,6%) seria...

  13. Adolescentes em situação de rua: prostituição, drogas e HIV/AIDS em Santo André, Brasil

    OpenAIRE

    Nunes,Eliane Lima Guerra; Andrade,Arthur Guerra de

    2009-01-01

    O objetivo do estudo foi investigar as condições de vida de adolescentes do sexo feminino em situação de rua, envolvidas com o abuso de drogas e com a prostituição, visando orientar estratégias de prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis - DST/AIDS. Foram entrevistadas sete adolescentes entre 14 e 19 anos, por meio de roteiro semi-estruturado com questões sobre escolaridade; desligamento da família; violência; histórico de uso de drogas, sexualidade e existência de DST/AIDS; vida na ru...

  14. Prevalence of alcohol, tobacco and street drugs consumption in adult Latin American immigrants Prevalencia de consumo de alcohol, tabaco y drogas ilícitas en inmigrantes latinoamericanos adultos Prevalência do consumo de álcool, tabaco e drogas ilícitas em adultos imigrantes latino-americanos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Rafael González-López

    2012-06-01

    Full Text Available To estimate the prevalence of alcohol, tobacco and illicit drug consumption (through the self-report in adult Latin-American immigrants of Seville, a cross-sectional descriptive study was carried out in a representative sample of 190 immigrants. The results showed that 61.4% of the participants had consumed alcohol in previous month before data collection, although 13.2% of them were at risk of alcoholism. Moreover, 30.0% were smokers. In addition, 5.3% of the interviewed people had consumed illicit psychoactive substances in the previous six months (Marihuana: 3.7%, hashish: 1.1% and cocaine: 0.5%. For all substances under analysis, the consumption prevalence was much higher in men from 25 to 39 years of age. In conclusion, prevalence levels of this consumption were high among the studied immigrants. Nurses could train the population in the prevention of these risk behaviors through preventive practices.Con el fin de estimar la prevalencia por autorreporte del consumo de alcohol, tabaco y drogas ilícitas en la población adulta de inmigrantes latinoamericanos en Sevilla, se realizó un estudio descriptivo de corte transversal en una muestra representativa de 190 inmigrantes. Los resultados mostraron que el 61,4% de los sujetos bebió alcohol en el mes anterior a la recolección de datos, y el 13,2% de los participantes mostró tener riesgo de alcoholismo. El 30,0% ya era fumador. El 5,3% de los encuestados ha consumido drogas ilícitas en los últimos seis meses (marihuana: 3,7%, el hachís, la cocaína un 1,1% y 0,5%. Para todas las sustancias investigadas, la prevalencia de consumo fue mayor en hombres de 25-39 años. Se concluye que los inmigrantes tienen una alta prevalencia de consumo de drogas. La enfermera puede prevenir estos comportamientos de riesgo mediante la implementación de prácticas educativas.Para estimar a prevalência de autorrelato de consumo de álcool, tabaco e drogas ilícitas da população adulta de latino

  15. HABILIDADES SOCIAIS EDUCATIVAS EM MÃES DE CRIANÇAS/ADOLESCENTES COM DIABETES MELLITUS TIPO 1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luziane de Fátima Kirchner

    2017-10-01

    Full Text Available Este estudo comparou as Habilidades Sociais Educativas de mães de crianças e adolescentes com e sem Diabetes Mellitus Tipo 1. Utilizou-se como medida de avaliação o Inventário de Habilidades Sociais Educativas para Pais (IHSE-Pais, o Critério de Classificação Socioeconômica Brasil e o Controle Glicêmico (HbA1C obtido pelo prontuário médico. Os resultados mostraram que as HSEs de mães de crianças e adolescentes com e sem diabetes não são significativamente diferentes, no entanto, no grupo de mães com filhos diabéticos, as variáveis idade da mãe e do filho, tempo em tratamento e Controle Glicêmico (HbA1C apresentaram correlação com fatores do IHSE-Pais. Os dados são discutidos em suas implicações para intervenções junto aos familiares de crianças com diabetes e doenças crônicas em geral.

  16. Alterações das funções executivas em crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natália Martins Dias

    2010-05-01

    Full Text Available Funções executivas constituem um conjunto de processos cognitivos que permitem a regulação da cognição e do comportamento, possibilitando o engajamento do indivíduo em ações complexas. Essas habilidades estão comprometidas em uma diversidade de condições clínicas e este artigo teórico teve como objetivo oferecer uma revisão não-sistemática de alguns quadros nos quais estas habilidades apresentam-se prejudicadas, sobretudo em crianças e adolescentes. Verificou-se que condições como transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, transtorno obsessivo-compulsivo, síndrome de Tourette, transtornos globais do desenvolvimento, transtornos de aprendizagem como a dislexia e a discalculia, além de alterações cromossômicas, como a síndrome de Down e de Prader-Willi, cursam com algum grau de comprometimento do funcionamento executivo. Este conhecimento tem implicações à prática e à pesquisa psicológica e pode ser útil a profissionais que atuam com crianças e adolescentes com alguma destas condições, contribuindo a um maior conhecimento acerca das funções executivas e suas alterações.

  17. Fatores de risco e de proteção em adolescentes vítimas de abuso sexual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeane Lessinger Borges

    2013-09-01

    Full Text Available Este artigo refere-se a uma pesquisa qualitativa que visou identificar os fatores de risco e de proteção em casos de abuso sexual na adolescência. Foram entrevistadas duas meninas adolescentes vítimas de abuso sexual, de um município do Interior do Rio Grande do Sul. Os dados das entrevistas foram analisados por meio da Análise de Conteúdo (Bardin, 1977. Em relação aos resultados, percebe-se uma presença maior de fatores de risco do que de fatores de proteção no momento atual de vida das adolescentes, o que merece uma atenção especial por parte dos serviços que atendem estes casos. Sugerem-se pesquisas referentes aos estudos relacionados à resiliência e aos aspectos positivos da vida do ser humano, em vítimas de abuso sexual, buscando fortalecer os aspectos saudáveis das vítimas e ajudá-las a reconstruir sua vida.

  18. Anemia em adolescentes segundo maturação sexual Anemia among adolescents according to sexual maturation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bianca Assunção Iuliano

    2004-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a prevalência de anemia em adolescentes (hemoglobina0,05. Observou-se aparente aumento do nível médio de hemoglobina com o desenvolvimento do adolescente. Detectou-se anemia em 11,0% dos adolescentes, a maioria na fase púbere, classificada como ''prevalência leve'' segundo a World Health Organization. Não foi encontrada associação entre indicadores sociais e anemia. CONCLUSÃO: O estudo apontou baixa prevalência de anemia, mas acima do esperado entre púberes de escola particular e indica tendência de aumento dos níveis de hemoglobina com o desenvolvimento sexual dos adolescentes. Devem ser realizados novos estudos de prevalência de anemia para se determinar sua causa entre adolescentes de diferentes níveis socioeconômicos.OBJECTIVE: To assess the prevalence of anemia (hemoglobin level <12g/dL in adolescents, according to their sexual maturation stage. METHODS: A cross-sectional study was conducted with all adolescents enrolled in 5th - 8th grades in a private school in the city of São Paulo. Their hemoglobin level was measured (using Hemocue® and sexual development was self-evaluated (with the aid of pictures of the maturation stages proposed by Tanner. The social indicators evaluated were the per capita family income and maternal schooling. Student t test and non-parametric Kruskal-Wallis test were used for mean comparison and Chi-square-test for associations (p<0.05. RESULTS: We analyzed 118 students, of which 66.9% were females (aged 12.2±1.13 years and 33.1% were males (aged 12.0±1.18 years. The mean hemoglobin level was 13.2±1.08 g/dL for females and 13.3±1.21 g/dL for males, with no significant difference. An apparent increase in the mean hemoglobin level was verified along with sexual development of the adolescents. Anemia was detected in 11% of them, most in the pubertal stage, which is classified by the World Health Organization as ''mild prevalence''. No association was found between social

  19. Instrumentos específicos para avaliar a qualidade de vida em crianças e adolescentes com asma

    OpenAIRE

    Cristian Roncada; Rita Mattiello; Paulo M. Pitrez; Edgar E. Sarria

    2013-01-01

    OBJETIVO: Identificar e descrever os instrumentos específicos que avaliam a QVRS de crianças e adolescentes com asma. FONTES DOS DADOS: Realizamos buscas nas bases de dados PubMed, Ovid e LILACS utilizando várias combinações de descritores (MeSH terms), selecionando artigos originais sobre desenvolvimento de questionários específicos de QVRS, publicados em inglês, português ou espanhol, entre 1990 e 2012. SÍNTESE DOS DADOS: Foram identificados 15 instrumentos que preencheram os critérios de i...

  20. Comportamentos de risco para as doenças sexualmente transmissíveis em adolescentes escolares de baixa renda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pricilla Diniz Bonfim Silva

    2005-08-01

    Full Text Available Os adolescentes costumam serem vulneráveis a comportamentos de risco para aquisição de doenças sexualmente transmissíveis (DST. O início precoce da atividade sexual, a multiplicidade de parceiros, o uso esporádico de preservativo, o consumo de bebida alcoólica e drogas ilícitas têm sido considerados preditores para as DST. Para identificar os comportamentos de risco para as DST, 223 adolescentes escolares de uma região de baixa renda adjacente à área metropolitana de Goiânia foram entrevistados durante novembro e dezembro de 2003. Verificou-se que neste grupo a média de idade da primeira relação sexual foi de 14,9 anos, sendo a média de parceiro sexual igual a quatro. O uso irregular ou não uso de preservativos foi relatado por 44,1% dos indivíduos. Quase a totalidade (80,7% dos adolescentes relatou consumo de bebida alcoólica e 13,9% uso de drogas ilícitas. Verificou-se ainda uma diferença estatisticamente significativa destes comportamentos em relação ao gênero. Gravidez foi reportada por 14% das adolescentes. Os achados deste estudo sugerem um elevado risco de doenças sexualmente transmissíveis e evidenciam a necessidade urgente de programas de saúde para este grupo alvo.

  1. Pressão arterial elevada em adolescentes e fatores associados: um estudo de base escolar em Uruguaiana, Rio Grande do Sul, 2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauren Lúcia de Araújo Bergmann

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Objetivos: identificar a prevalência de pressão arterial (PA elevada e seus fatores associados em adolescentes de Uruguaiana (RS, 2011. Métodos: amostra probabilística composta por adolescentes de 10 a 17 anos de escolas públicas. A PA foi aferida pelo método auscultatório e classificada em normal ou elevada (PA acima do percentil 90. Fatores sociodemográficos, psicossociais, comportamentais, estado nutricional e aptidão física foram analisados. Foi realizada uma análise de regressão logística considerando um modelo teórico hierárquico. Resultados: participaram do estudo 1455 adolescentes (741 do sexo feminino. A prevalência de PA sistólica e PA diastólica elevadas foram de 16,4% (IC95%: 14,4-18,4 e de 18,5% (IC95%: 16,4-20,6, respectivamente. Permaneceram associados à PA sistólica e diastólica elevadas no modelo final: se perceber menos em forma que seus pares (sistólica OR: 2,27; IC95%: 1,22-4,23; diastólica OR: 2,99; IC95%: 1,34-6,70 e o sobrepeso e obesidade (sistólica OR: 9,29; IC95%: 4,89-17,69; diastólica OR: 4,70; IC95%: 2,61-8,45. Ainda, adolescentes do sexo feminino (OR: 1,39; IC95%: 1,02-1,90 e de maior nível socioeconômico (OR: 2,39; IC95%: 1,31- 4,36 têm mais chance de apresentarem PA sistólica elevada. Conclusões: a prevalência de PA elevada encontrada entre os adolescentes é alta. Para sua prevenção, programas de combate ao excesso de peso considerando características sociodemográficas como o sexo e nível socioeconômico devem ser elaboradas

  2. Fortalecimento muscular em adolescentes com paralisia cerebral: avaliação de dois protocolos em desenho experimental de caso único

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheyla Rossana Cavalcanti Furtado

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivos: descrever mudanças na função motora de dois adolescentes com diplegia espástica, sendo um deles participante de um protocolo de fortalecimento muscular isolado (FMI e o outro de protocolo de fortalecimento com tarefas funcionais (FTF. Métodos: desenho experimental de caso único, metodologia que revela a temporalidade do perfil de mudanças ao longo e após a terapia. Este desenho incluiu fases de baseline, de intervenção e de followup com quatro, seis e três semanas, respectivamente. Participantes foram duas adolescentes com displegia espástica submetidas, cada uma, a um protocolo de intervenção: fortalecimento muscular isolado (FMI ou fortalecimento com tarefas funcionais (FTF. Os protocolos de intervenção incluíram exercícios de fortalecimento muscular isolado de extensores de quadril, extensores de joelho e flexores plantares (para a participante do FMI, ou de exercícios funcionais para as mesmas musculaturas (para a participante do FTF. Mensurações três vezes por semana avaliaram força muscular, velocidade de marcha, tempo para subir e descer escadas, tempo para se levantar do chão e tempo no teste Timed Get Up and Go. Os dados foram analisados com Celeration Line, Amplitude de Dois Desvios Padrão e Análise Visual. Resultados: ganhos de força muscular de membros inferiores foram observados nas adolescentes submetidas a ambos os protocolos. Mudanças nas atividades motoras foram observadas em 2 das 4 tarefas testadas em somente uma das adolescentes (p<0,05. Conclusões: a especificidade funcional do protocolo de fortalecimento FTF produziu modestos efeitos no desempenho de atividades motoras de uma das adolescentes com PC, em acréscimo aos ganhos de força muscular produzidos por ambos os protocolos.

  3. Problemas escolares e o consumo de álcool e outras drogas entre adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Roberta Donola Cardoso

    Full Text Available A relação entre problemas escolares e o uso de álcool, tabaco e drogas ilícitas em 965 adolescentes dos municípios de Jacareí e Diadema (SP foi avaliada pelo instrumento de autopreenchimento Drug Use Screening Inventory. Este instrumento avalia o consumo de drogas e problemas a ele relacionados. O uso de substâncias foi associado a repetências, falta de concentração, notas baixas, desejo de abandonar a escola, sentir-se entediado no ambiente escolar, não fazer os deveres, faltar/chegar atrasado e prejuízos acadêmicos decorrentes do uso de drogas. A combinação do uso de álcool e tabaco foi associada a mais problemas escolares do que os encontrados em usuários exclusivos de álcool. Os problemas associados a esta combinação foram semelhantes aos observados em usuários de drogas ilícitas. Gostar da escola foi um fator protetor contra o uso de substâncias. Os resultados mostram a importância de se atentar para o relato de consumo das drogas lícitas combinadas.

  4. Fatores psicossociais associados ao desenvolvimento de transtornos psiquiátricos em crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izabel Ester Inácio Ferraz

    2017-08-01

    Full Text Available Introdução: o objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência de comportamentos e sintomas relacionados ao desenvolvimento de transtornos psiquiátricos em crianças e adolescentes em uma população de 307 crianças acompanhadas em ambulatórios de pediatria do Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS, em Fortaleza, Ceará. Métodos: o Questionário de Capacidades e Dificuldades (SDQ foi o instrumento principal do estudo, além de um formulário sociodemográfico desenvolvido pelos autores, contendo possíveis fatores associados ao desenvolvimeto de transtornos mentais. O SDQ possui 25 questões que compõem cinco subgrupos de sintomas psiquiátricos. Resultados: encontramos percentuais elevados de crianças com comportamento pró-social não normal (10,1%, hiperatividade (30,3%, sintomas emocionais (61,6%, problemas de conduta (45,9% e problemas de relacionamento com colegas (32,9%. A análise univariada revelou os seguintes fatores como estatisticamente significativos (p<0,05 para o surgimento potencial de transtornos mentais: doença mental dos pais, depressão materna no período até 03 meses após o nascimento da criança e pais que não vivem juntos atualmente. Discussão: a prevalência de transtornos mentais em crianças e adolescentes acompanhados por outras comorbidades clínicas é consideravelmente maior que na população geral; e os fatores significativos para o desenvolvimento de transtornos mentais na criança estão relacionados aos pais.

  5. Efeitos do tiotixene (P-4657 B em crianças e adolescentes psicóticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edy S. Navarro

    1968-12-01

    Full Text Available Foram estudados os efeitos do tiotixene (P-4657B em 34 crianças e adolescentes psicóticos dos quais '29 eram esquizofrênicos, tendo 17 deles menos de um ano de tempo de doença e 12 mais de um ano de doença. Foram obtidos bons resultados em 20 casos com nítida melhora na sintomatologia psíquica. Os efeitos colaterais foram de pequena intensidade. Os exames subsidiários (hemograma, provas de função hepática e eletrencefalograma não revelaram alterações significativas. Assim o tietixene confirmou sua atividade antipsicótica não só nos casos em que foi o primeiro tratamento instituído como também em alguns pacientes que tinham sido tratados com outras drogas antipsicóticas sem resultados satisfatórios. Foi assinalado efeito nítido sobre o apragmatismo e o embotamento afetivo. Ocorreu ação sedativa nas agitações psicomotoras devendo-se salientar que o resultado positivo se fez quase sempre sentir com dose mínima (5 — 10 mg/dia já nos primeiros dias de tratamento. Foi ótima a tolerância ao medicamento. Os efeitos colaterais foram mínimos. Sendo a esquizofrenia em crianças e adolescentes de difícil tratamento, a existência desta nova droga é, na opinião dos autores, uma util contribuição para sua terapêutica.

  6. A explosão do olhar: do tabaco nos Arawa do rio Purus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Aparicio

    Full Text Available Resumo Na mitologia arawa, o tabaco é concebido “em chave de água”, enquanto a presença desta planta na vida cotidiana mostra, paradoxalmente, um movimento “em chave de fogo”. O tabaco e os venenos revelam, para os grupos indígenas do Purus, um cromatismo genuíno, no marco da “mitologia regressiva” que Lévi-Strauss encontrou em outros contextos ameríndios. Nas narrativas arawa, o tabaco é percebido como alimento, mas os seus efeitos eméticos, entorpecentes ou tóxicos permitem situá-lo entre os antialimentos. Tabaco e venenos operam uma lógica reversa, que transforma as presas em predadores dos seus predadores. O xamanismo efetiva um movimento de aproximação perigosa com a alteridade através dos venenos, ao associar o tabaco ao curare das flechas, ao veneno das serpentes, ao timbó. Nos mitos arawa (Suruwaha, Banawa, Deni..., o cromatismo dos venenos do xamã transtorna a diferença entre presas e predadores, e reverte a ordem instável do cosmos.

  7. Modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo: O objetivo foi construir um modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino. Participaram 1.358 adolescentes de quatro cidades. Foram avaliados os comportamentos de risco para os transtornos alimentares, insatisfação corporal, pressões midiáticas, autoestima, estado de humor, sintomas depressivos e perfeccionismo por intermédio de escalas psicométricas. Peso, estatura e dobras cutâneas foram aferidos para calcular o índice de massa corporal (IMC e o percentual de gordura (%G. O modelo de equação estrutural explanou 76% da variância dos comportamento de risco (F(9, 1.351 = 74,50; p = 0,001. Os achados indicaram que a insatisfação corporal mediou a relação entre as pressões midiáticas, autoestima, estado de humor, IMC, %G e os comportamentos de risco (F(9, 1.351 = 59,89; p = 0,001. Vale destacar que embora os sintomas depressivos não tenham se relacionado com a insatisfação corporal, o modelo indicou relação direta com os comportamentos de risco para os transtornos alimentares (F(2, 1.356 = 23,98; p = 0,001. Concluiu-se que somente o perfeccionismo não aderiu ao modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiras.

  8. Uso de drogas na família e avaliação do relacionamento com os pais segundo adolescentes do ensino médio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pratta, Elisângela Maria Machado

    2009-01-01

    Full Text Available A literatura aponta um aumento considerável, e cada vez mais precoce, do uso de substâncias psicoativas por adolescentes. Assim este estudo objetivou identificar os tipos de substâncias mais consumidos pelas pessoas próximas aos adolescentes usuários enão usuários de drogas e verificar como os adolescentes de cada um destes grupos (usuários e não usuários avaliam seu relacionamento cotidiano com os pais. Participaram deste estudo 568 adolescentes que responderam um questionário anônimo de auto-preenchimento. As análises envolveram: a descrição da distribuição das variáveis; b teste qui-quadrado. Verificou-se o consumo de substâncias como álcool e tabaco por familiares foi significantemente maior no grupo de usuários do que no de não usuários. Por outro lado em relação ao uso de drogas pelos amigos, as diferenças estatisticamente significativas mostraram uma tendência maior ao uso de determinadas substâncias como álcool, tabaco, maconha, moderadores de apetite e anabolizantes. Os dados revelaram ainda que tanto os adolescentes usuários quanto os não usuários de drogas avaliam o relacionamento com a mãe como sendo "ótimo". Estes dados demonstream a importância da avaliação de fatores que podem estar associados ao uso de drogas na adolescência

  9. Desafios Diagnósticos na Síndrome da Taquicardia Postural Ortostática (POTS em uma Adolescente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jalles Dantas Lucena

    2017-10-01

    Full Text Available Dificuldades no diagnóstico de Síndrome da Taquicardia Postural Ortostática (POTS numa adolescente de 16 anos, com hipotireoidismo a 10 anos, apresenta sudorese, palidez, calor, taquicardia, fadiga e tontura. Após seis meses, houve recidiva pós-prandial, revertida com manobra de Trendelenburg. Tilt Test demonstrou em decúbito dorsal pressão arterial (PA 106/71mmHg e frequência cardíaca (FC 72bpm. Após terceiro minuto, PA 101/70mmHg e FC 99bpm. Além hipotireoidismo, não detectou-se outros fatores de risco para disautonomia. Propranolol (10mg, 12/12h controlou sintomas. Diagnóstico de POTS é difícil em adolescentes, confundindo com Epilepsia e Síncope Neurocardiogênica. Nesse caso, hipotireoidismo parece ser fator causal da POTS.

  10. Sintomatologia depressiva em adolescentes do ensino médio: um estudo das representações sociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Ribeiro Monteiro

    Full Text Available A depressão é uma das psicopatologias que vêm avançando nas demandas da saúde coletiva e ocorre em qualquer idade, independentemente da inserção socioeconômica e cultural. O presente trabalho teve como objetivo apreender as representações sociais (RS da depressão de adolescentes com e sem sintomatologia depressiva no contexto do ensino médio em escolas públicas e privadas da cidade de João Pessoa - PB. Utilizou-se o Inventory Children Depression (CDI como screening da amostra e o teste de associação livre de palavras (TALP entre os duzentos e dez participantes de ambos os sexos, com idades entre catorze e dezoito anos. Os dados do TALP foram analisados através do software Tri-Deux-Mots, por meio da análise fatorial de correspondência (AFC. Os resultados indicaram que as RS elaboradas pelos estudantes sem sintomatologia ancoraram a depressão na morte e na dor, ao passo que os adolescentes com sintomatologia depressiva basearam-se na solidão e na droga. Esses resultados sugerem que a depressão pode interferir negativamente no cotidiano, nas atividades escolares, na auto-estima e na sociabilidade na adolescência.

  11. Adiposidade em adolescentes e obesidade materna Relationship between maternal obesity and adiposity in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Fernanda Petroli Frutoso

    2011-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a relação entre adiposidade na adolescência e obesidade materna. MÉTODOS: Foi realizado estudo transversal com 660 indivíduos de 8 a 18 anos, de ambos os sexos, matriculados em uma escola pública e outra privada do município de São Paulo. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista, medidas antropométricas e inquérito alimentar. A adiposidade na adolescência foi mensurada a partir do índice de massa corporal e, por meio de análise de regressão, verificou-se sua relação com a obesidade materna, ajustada por sexo, idade, estágio de maturação sexual, valor energético total da dieta, atividade física, sedentarismo, peso ao nascer e escolaridade materna. RESULTADOS: Dos adolescentes estudados, 64,7% eram do sexo feminino. A média (desvio-padrão de idade foi de 12,4 (1,80, variando de 8 a 17 anos. Verificou-se maior prevalência de excesso de peso e obesidade entre os indivíduos do sexo masculino, não sendo observada associação significativa entre estado nutricional e sexo. Após ajuste pelas covariáveis, detectou-se que filhos de mães obesas têm risco quatro vezes maior de ser obesos, quando comparados aos adolescentes filhos de mães não obesas. CONCLUSÃO: Conclui-se que a obesidade materna representa fator de risco importante para o desenvolvimento da obesidade na adolescência.OBJECTIVE: This study aimed to describe the relationship between teenager's adiposity and maternal obesity. METHODS: A cross-sectional study was done with 660 teenagers aged 8 to 18 years, of both genders, students of private and public schools of São Paulo. The data were collected by interviews, anthropometric measurements and food intake records. Teenagers' adiposity was determined by body mass index and regression analyses was used to verify its relationship with maternal obesity adjusted for gender, age, stage of sexual development, energy intake, physical activity, sedentary lifestyle, birth weight and

  12. Reincidência de gravidez em adolescentes Subsequent pregnancy among adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zenilda Vieira Bruno

    2009-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar os aspectos epidemiológicos na reincidência de gravidez na adolescência. MÉTODOS: estudo de coorte que incluiu 187 adolescentes grávidas, atendidas e acompanhadas durante cinco anos após o parto em um serviço de atendimento de adolescentes do Estado do Ceará. Foram analisados: faixa etária, estar ou não estudando, morar com os pais, escolaridade, condição marital e condição do companheiro atual. Os dados foram digitados e analisados no programa EPI-INFO. Foram feitas análises estatísticas das variáveis independentes (idade, escolaridade, estudar, trabalhar, morar com os pais, estado civil e mudança de parceiro e comparadas quanto à variável dependente (ter ou não uma nova gravidez cinco anos depois. O teste exato de Fisher foi utilizado para avaliar associação entre os fatores que poderiam influenciar a repetição da gravidez, considerado como tendo associação quando o pPURPOSE: to evaluate epidemiological aspects in recurrent adolescence pregnancy. METHODS: cohort study including 187 pregnant adolescents attended and followed-up for five years after delivery in an adolescent's attendance service in Ceará state. Age group, being or not at school, living with parents, schooling, marital status and the present partner's condition were analyzed. Data were processed by the EPI-INFO program. Statistical analysis of the independent variables (age, schooling, being at school, having a job, living with parents, marital status and switching partners was done and compared to the dependent variable (being or not pregnant after five years. The Fisher's exact test was used to evaluate the association among factors which could influence the pregnancy recurrence, the association being present when p<0.05. Risks related to schooling, marital status and multiple partners have been calculated, since these were significant factors for pregnancy recurrence. RESULTS: 61% of the adolescents got pregnant in the five years

  13. Aplicabilidade do mismatch negativity em crianças e adolescentes: uma revisão descritiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirtes Bruckmann

    Full Text Available RESUMO O Mismatch Negativity (MMN é um potencial cortical que ocorre em resposta a uma mudança de um estímulo acústico em meio a uma sequência de repetidos estímulos, o que reflete a capacidade do cérebro em discriminar o som de modo passivo, ou seja, sem a necessidade de atenção do indivíduo ao estímulo sonoro. Diante disso, o objetivo deste estudo foi realizar uma revisão descritiva sobre o MMN, a fim de identificar a sua aplicabilidade em crianças e adolescentes nos últimos cinco anos. Para isso, realizou-se uma busca nas bases de dados Lilacs, SciELO, Medline e Pubmed utilizando os seguintes descritores: córtex auditivo, eletrofisiologia, potenciais evocados auditivos e as palavras Mismacth e Negativity. Nesta revisão, foram encontrados 14 estudos que avaliaram crianças e/ou adolescentes com dificuldade de articulação na fala, distúrbio específico de linguagem, transtorno do processamento auditivo, Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH, dislexia, autismo, risco para esquizofrenia, psicose, amusia, fenilcetonúria e atenção seletiva. Foi possível, assim, realizar a revisão descritiva sobre a aplicação do MMN em crianças e adolescentes, concluindo-se que, nos últimos cinco anos, houve uma produção considerável de artigos sobre o tema, embora no Brasil a presença de estudos a esse respeito ainda seja escassa. Nesse sentido, apesar de existir uma variedade de aplicações para o MMN, no que diz respeito à população brasileira, necessita-se ainda de evidências científicas que assegurem o efeito deste potencial nas diferentes faixas etárias. Verificou-se, também, que a busca por estudos sobre MMN nas bases de dados citadas pode ser realizada apenas utilizando as palavras Mismacth e Negativity.

  14. O cotidiano de adolescentes em um Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e outras Drogas: realidades e desafios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carina Curti Galhardi

    2018-03-01

    Full Text Available Este estudo objetivou compreender o cotidiano dos adolescentes em relação às drogas, no Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e outras Drogas (CAPSad e nos demais contextos de inserção pelos quais transitam, sob a ótica dos próprios adolescentes. Contou-se com a participação de oito adolescentes com idades entre 12 e 18 anos vinculados ao CAPSad, de um município de médio porte no interior do Estado de São Paulo, Brasil, onde o estudo foi realizado. Para a coleta de dados utilizou-se um formulário de identificação dos adolescentes e rede familiar e um roteiro de entrevista semiestruturada. Para a análise dos dados adotou-se a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC. Os resultados evidenciam que os adolescentes vivenciam um processo de exclusão social e desengajamento em diversas esferas da vida e destaca o CAPSad como um espaço importante no dia a dia, porém ainda limitado nas ações de atenção e cuidado aos adolescentes. Este estudo acrescenta ao dar voz aos adolescentes, população que frequentemente está excluída dos serviços destinados ao acolhimento e tratamento do uso de drogas, como também ao identificar e compreender sobre as drogas e as particularidades de seus cotidianos, segundo suas próprias perspectivas, dentro e fora do serviço.

  15. Características das gestações de adolescentes internadas em maternidades do estado de São Paulo, 2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Prado de Mello Jorge

    Full Text Available OBJETIVO: descrever as características das gestantes adolescentes internadas em hospitais no estado de São Paulo, Brasil. MÉTODOS: estudo transversal realizado em seis maternidades públicas e privadas durante três meses de 2001, com adolescentes gestantes de 10 a 19 anos de idade, mediante entrevistas e consultas aos prontuários e cadernetas de pré-natal. RESULTADOS: foram incluídas 1.448 gestantes adolescentes; houve 71 abortos, 16 natimortos e nove óbitos entre os 1.367 nascidos vivos (0,7%; a maioria das gestantes (79,8% era primigesta, 11,7% referiram ter fumado, 8,8% consumiram álcool e 1,2% informaram uso de drogas ilícitas durante a gestação; a proporção de adolescentes de 10 a 14 anos que iniciaram o pré-natal ao terceiro trimestre (9,3% foi maior do que aquela entre 15 e 19 anos (3,3%. CONCLUSÃO: observou-se elevada prevalência de fatores de risco gestacional entre as adolescentes, como tabagismo, consumo de álcool e início tardio do pré-natal.

  16. Disfunção Temporomandibular segundo o Nível de Ansiedade em Adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lara Jansiski Motta

    Full Text Available RESUMOO objetivo do estudo foi determinar a prevalência de sinais e sintomas de disfunção temporomandibular (DTM, segundo o nível de ansiedade de adolescentes da cidade de São Roque-SP. Foi utilizado o Índice de Fonseca para determinar a presença e o grau de severidade da DTM. Para avaliar o nível de ansiedade, foi utilizado o Inventário de Ansiedade Traço-Estado. Os participantes foram 3538 adolescentes entre 10 e 19 anos. Os resultados revelaram que 73,3% dos adolescentes apresentavam DTM e 72,7%, apresentavam ansiedade. Foram observadas associações estatisticamente significativas entre a presença de DTM e a presença de ansiedade, mas apenas com o sexo feminino, e correlação positiva, embora baixa, entre o grau de DTM e o nível de ansiedade. Conclui-se que adolescentes do sexo feminino apresentam maior chance de desenvolver DTM que os do sexo masculino, e quanto maior o nível de ansiedade do adolescente, maior a chance de desenvolver DTM.

  17. Violência vivenciada pelas adolescentes acolhidas em instituição de abrigamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joana Iabrudi Carinhanha

    2012-01-01

    Full Text Available Teniendo en cuenta que las adolescentes abrigadas pueden tener una opinión diferente sobre el significado de la violencia, hemos tratado de identificar y comprender la experiencia de la violencia desde su perspectiva. La investigación cualitativa realizada a través de entrevistas con once adolescentes acogidas en un albergue municipal en Río de Janeiro, Brasil. En el análisis de sus discursos se ha utilizado la análisis de contenido y lo que salió fue la violencia vivida en los lugares donde circulan las adolescentes: familia, comunidad y abrigo. La comprensión de la violencia por parte de las adolescentes es puntual y bastante concreta. Tienen dificultad para concebir la complejidad del fenómeno, refiriéndose básicamente a la violencia en las familias y comunidad, que son tangibles. Los resultados apuntan a la necesidad de mayor discusión de los procesos de vulnerabilidad/desafiliación vividos por las adolescentes, y también las raíces y las repercusiones de este proceso.

  18. Eventos estressores e estratégias de coping em adolescentes: implicações na aprendizagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda de Bastani Busnello

    Full Text Available Ao longo da vida, nos deparamos com eventos com os quais não nos percebemos capacitados a lidar, o que pode gerar um estado de tensão no organismo denominado estresse. As alterações decorrentes do estresse e o impacto que provoca na vida das pessoas podem agravar a desadaptação do indivíduo em seu desenvolvimento, sobretudo no ambiente escolar. O presente artigo explora as relações entre eventos de vida estressores, estresse e estratégias de coping em adolescentes, discutindo as possíveis implicações desses fatores na aprendizagem. Além disso, são descritos os fatores ambientais e a neurobiologia do estresse, bem como o papel da resiliência no enfrentamento de situações estressantes.

  19. O ser adolescente gestante em transição: um enfoque de cuidar-pesquisar sob a ótica da enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivete Palmira Sanson Zagonel

    2002-08-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objeto o significado do ex-sistir feminino na cotidianidade diante da transição da adolescência e gestação. Objetiva compreender o sentido de ser adolescente gestante em transição ex-sistindo, como fenômeno situado, diante da simultaneidade dos eventos vitais, expressos pelos discursos e cuidar do ser adolescente gestante ao mesmo tempo em que desvela o sentido que funda a simultaneidade transicional feminina dos eventos vitais. Foram analisados oito discursos, utilizando a entrevista fenomenológica guiada pela questão norteadora "o que é ser adolescente e gestante em transição ex-sistindo, como fenômeno situado diante da simultaneidade dos eventos vitais, enquanto este ser é cuidado". A análise compreensiva dos depoimentos deu-se à luz da hermenêutica heideggeriana. Permitiu desvelar o ser adolescente gestante em transição, enquanto ser de possibilidades, projeta-se enquanto ser exsistindo, mostra-se surpresa, temerosa, fragilizada, vivência a ambiguidade entre o prazer e o sofrimento, a partir das significações atribuídas às vivências.

  20. Limites e possibilidades: uma tentativa de aproxima??o antropol?gica com a realidade de adolescentes em situa??o de explora??o sexual na Cidade de Manaus

    OpenAIRE

    Leit?o, Consuelena Lopes

    2016-01-01

    A presente tese traz uma tentativa de aproxima??o com a realidade de adolescentes em situa??o de explora??o sexual na cidade de Manaus. A hip?tese que sustenta sua an?lise ? a de que a rede de prote??o e a rede de explora??o de crian?as e adolescentes partem de l?gicas pr?prias e diferentes de funcionamento, e que a rede de explora??o est? muito mais pr?xima da realidade das adolescentes. A partir de experi?ncias em campo, utilizando a etnografia e a observa??o participante em institui??es de...

  1. Baixo peso ao nascer em adolescentes e adultas jovens na Região Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Henrique do Vale de Almeida

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivos: avaliar a associação entre as características sociodemográficas, do pré-natal e do parto de mães adolescentes e adultas jovens com o baixo peso ao nascer, em capitais e outros municípios da Região Nordeste do Brasil, no período de 2011 e 2012. Métodos: estudo transversal, de base hospitalar e nível regional, realizado em 2011 e 2012. As informações foram obtidas por meio de entrevista com a puérpera no pós-parto imediato e coletados dados dos prontuários maternos e dos recém-nascidos. Um modelo teórico conceitual foi estabelecido com três níveis de hierarquia e a variável dependente foi o baixo peso ao nascer (BPN. Resultados: do total de 3009 puérperas entrevistadas, 9,7% apresentaram conceptos com baixo peso. As puérperas que realizaram menos que seis consultas no pré-natal apresentaram uma chance 1,7 vezes maior de ter RN com baixo peso; ser primigesta aumentou a chance da ocorrência do BPN em 1,5 vezes; assim como a prematuridade que representou o principal fator de exposição, elevando em 21 vezes a chance desse desfecho. Conclusões: o estudo demonstrou alta frequência de baixo peso ao nascer entre mães adolescentes e adultas jovens, tendo como principais fatores associados o número insuficiente de consultas pré-natal, primigestação e prematuridade.

  2. Violencia escolar y consumo de alcohol y tabaco en estudiantes de Educación Secundaria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Moñino García

    2013-08-01

    Full Text Available La adolescencia es un proceso de transición entre la infancia y la vida adulta (Antona, Madrid y Alaez, 2003, que implica cambios físicos, cognitivos y sociales (Johnson, Roberts y Worrell, 1999. En esta etapa es frecuente el desarrollo de conductas de riesgo, entre ellas el consumo de alcohol y tabaco. En España, el alcohol es la primera sustancia psicoactiva más consumida entre los adolescentes de 14 a 18 años, seguida del tabaco (DGPNSD, 2009. Los adolescentes que usan y/o abusan de las bebidas alcohólicas y/o tabaco son más propensos a padecer problemas de agresividad y violencia, además de relacionarse con problemas de salud (Bellis et al., 2005; Gil-Lacruz y Gil-Lacruz, 2006; Room, Babor y Rehm, 2005. Diversos estudios han relacionado la presencia de manifestaciones de violencia escolar que perturban la convivencia y que tienen importantes consecuencias negativas para la salud y el comportamiento de los menores (Bond, Carlin, Thomas, Rubin y Patton, 2001; Cangas, Gázquez, Pérez-Fuentes, Moldes y Rubio, 2007; Piñero-Ruiz, López-Espín, Cerezo y Torres-Cantero, 2012 con una mayor frecuencia en el consumo de alcohol y tabaco. Se realizó un estudio en 2.552 estudiantes de 12 a 16 años de E.S.O. de la Región de Murcia. Los resultados mostraron una mayor frecuencia de consumo de alcohol y tabaco en aquellos estudiantes que presentaban conductas agresivas en el contexto escolar.

  3. Alimentação, risco cardiovascular e nível de atividade física em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina De Lima Sumini

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar os valores de consumo alimentar para risco cardiovascular, a prevalência de sobrepeso e obesidade, e o nível de atividade física em adolescentes de um colégio estadual na cidade de Curitiba-PR. Métodos: Estudo descritivo transversal com análise quantitativa dos dados, realizada com adolescentes do ensino fundamental, com idade entre 11 a 15 anos. Os dados foram coletados por meio da avaliação de IMC, questionário nível de atividade física (IPAQ e de alimentos relacionados ao risco cardiovascular. Resultados: Avaliou-se 24 adolescentes, com média de idade de 12,75 (±1,70. Em relação ao IMC dos adolescentes, apenas 12,5 % (n=3 apresentaram sobrepeso. Quanto ao nível de atividade física, 41,66% (n=10 foram classificados como irregularmente ativos e 20,83% (n=5 como sedentários. Relativo aos alimentos consumidos ligados ao risco de doenças cardiovasculares, 75% (n=18 apresenta consumo excessivo destes alimentos. Conclusão: Portanto, programas para intensificar ações para promoção de hábitos alimentares saudáveis e prática de atividade física são fundamentais. ABSTRACT Food, cardiovascular risk and level of physical activity in teenagers Objective: To determine the values of food consumption for cardiovascular risk, the prevalence of overweight and obesity, and the level of physical activity in adolescents from a state school in the city of Curitiba-PR. Methods: Cross-sectional study with quantitative data analysis, carried out with adolescents of elementary school, aged 11 to 15 years. Data were collected through the evaluation of BMI, physical activity questionnaire (IPAQ and food-related cardiovascular risk. Results: We evaluated 24 adolescents with a mean age of 12.75 (± 1.70. Regarding BMI of adolescents, only 12.5% (n = 3 were overweight. The level of physical activity, 41.66% (n = 10 were classified as irregularly active and 20.83% (n = 5 as sedentary. Relating to food consumed linked to the

  4. Epidemiologia da violÃncia envolvendo crianÃas e adolescentes em Fortaleza

    OpenAIRE

    Adriano Ferreira Martins

    2013-01-01

    A violÃncia envolvendo crianÃas e adolescentes à um fenÃmeno de natureza multicausal e vem tomando os centros das discussÃes no campo da saÃde pÃblica devido aos impactos dos elevados Ãndices, mesmo sua real prevalÃncia sendo pouco conhecida. Objetivou-se neste estudo caracterizar a violÃncia envolvendo crianÃas e adolescentes no municÃpio de Fortaleza. Tratou-se de estudo seccional analÃtico realizado a partir dos processos de crianÃas e adolescentes vÃtimas e promotores de violÃncia nos sei...

  5. A autoestima afeta a insatisfação corporal em adolescentes do sexo feminino?

    OpenAIRE

    Fortes,Leonardo de Sousa; Cipriani,Flávia Marcele; Coelho,Fernanda Dias; Paes,Santiago Tavares; Ferreira,Maria Elisa Caputo

    2014-01-01

    Objetivo: O objetivo do estudo foi avaliar a influência da autoestima na insatisfação corporal de adolescentes do sexo feminino. Métodos: Participaram 397 adolescentes com idade entre 12 e 17 anos. Utilizou-se o Body Shape Questionnaire (BSQ) para avaliar a insatisfação corporal. A Escala de Autoestima de Rosemberg foi utilizada para avaliar a autoestima. Foram mensurados peso corporal, estatura e dobras cutâneas. Esses dados antropométricos foram controlados nas análises estatísticas. ...

  6. AVALIAÇÃO DO SOFRIMENTO PSÍQUICO: TRANSTORNO PSIQUIÁTRICO MENOR EM ADOLESCENTES DA LOCALIDADE DE URURAÍ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcella Sabra Baião Sá

    2013-03-01

    Full Text Available Este artigo se configura como Avaliação do Sofrimento Psíquico: Transtorno Psiquiátrico Menor em Adolescentes da Localidade de Ururaí, que faz parte do trabalho de conclusão do curso de psicologia do ISECENSA. O referido estudo provém de uma pesquisa mais ampla na comunidade da Ilha, localizada em Ururaí, Distrito de Campos de Goytacazes, e objetivou-se avaliar o sofrimento psíquico (transtorno psiquiátrico menor - TPM de adolescentes desta comunidade a partir da escala SRQ-20, bem como identificar alguns aspectos individuais, sociais e familiares vinculados ao desenvolvimento deste sofrimento. A metodologia utilizada foi de natureza qualitativa, com a participação de 22 adolescentes de ambos os sexos.O TPM, costuma se relacionar aos eventos de vida estressantes, sendo uma sensação de mal-estar inespecífico que pode se transformar em doença em função de sua intensidade e cronicidade. Com os resultados obtidos pode-se confirmar a relevância deste tema de estudo, tanto para os profissionais de psicologia e a comunidade científica, quanto para a sociedade de forma geral, sendo este mais uma contribuição que envolve o ser humano de forma sistêmica. Estes jovens merecem uma atenção especial, uma vez que, obteve-se um alto índice na escala de sofrimento psíquico e diversos relatos de sofrimento na análise qualitativa, envolvendo problemas com a enchente, violência, preconceito, conflitos na família, alcoolismo e bullying. Observou-se que a maioria não estão satisfeitos com a sua própria vida e que experiências familiares permeadas de relações conflituosas, promovem barreiras na construção de relações saudáveis além de diversos tipos de sofrimentos. Também relataram sofrer com a negligência do poder público e falta de redes que os apóiem na própria comunidade. Desta forma pode-se afirmar que esses fatores são indissociáveis de sua formação subjetiva, bem como o seu bem-estar-social.

  7. Avaliação do posicionamento da aorta em pacientes com escoliose idiopática do adolescente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Augusto Foizer

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o posicionamento da aorta em pacientes com escoliose. MÉTODOS: Foram realizados exames de imagem em pacientes ambulatoriais com escoliose idiopática do adolescente e em um grupo formado por pacientes hígidos, sendo analisados seis parâmetros: comprimento do corpo vertebral, largura, distância aorta-corpo, diâmetro da aorta, distância aorta-canal e ângulo corpo-aorta. RESULTADOS: As curvas variaram entre T3 e L2 com ângulos de Cobb de 46° e 114°. Pela classificação de Lenke os tipos 1AN e 1BN ocorreram em 20% dos casos, além de 1CN, 3BN, 3C+ com 13,3 % e 1B+, 3C- com 6,7 %. As vértebras próximas ao ápice da curva no grupo escoliose apresentam valores superiores às do grupo controle (em T8 com média de 86,93° no grupo escoliose e média 49,07 no grupo controle (p < 0,0001. CONCLUSÃO: Quanto mais próximo do ápice da deformidade, maior a póstero-lateralização da aorta.

  8. From omnipotence to exhaustion: the perspectives of adolescents in drug therapy De la omnipotencia al desgaste: las perspectivas del adolescente en tratamiento de quimioterapia Da onipotência ao desgaste: as perspectivas do adolescente em quimioterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariela Santos Lombardo

    2011-06-01

    Full Text Available This study aimed at understanding the meaning of chemotherapeutic treatment for adolescents with cancer. It is a qualitative study using Alfred Schütz’s social phenomenology as a framework. Seven adolescents were interviewed. Four themes emerged from the analysis of their discourses: Impact of the disease on their lives; The discomfort of treatment; Coping strategies and Projection to the future without the disease. The statements of the adolescents revealed that the experience with the chemotherapeutic treatment affects several possibilities of being-in-the-world-with-the-others. The healthcare team plays a fundamental role in the lives of these adolescents, and this relationship goes beyond the scientific level.Este estudio tuvo como objetivo comprender el significado del tratamiento quimioterápico para el adolescente acometido por cáncer. Se trata de investigación de naturaleza cualitativa, utilizando el referencial fenomenológico social de Alfred Schütz. Fueron entrevistados siete adolescentes. Del análisis de los discursos, emergieron cuatro temas: el impacto de la enfermedad en su vida; la incomodidad del tratamiento; las estrategias de enfrentamiento; y la proyección para el futuro sin la enfermedad. La declaración de los adolescentes reveló que la experiencia con el tratamiento quimioterápico afecta las varias posibilidades del ser-en-el-mundo-con-los-otros. El equipo que cuida es parte fundamental en la vida de esos adolescentes, cuya relación ultrapasa lo científico.Este estudo teve como objetivo compreender o significado do tratamento quimioterápico para o adolescente acometido pelo câncer. Trata-se de pesquisa de natureza qualitativa, com referencial fenomenológico social de Alfred Schütz. Foram entrevistados sete adolescentes. Da análise dos discursos, emergiram quatro temas: impacto da doença em sua vida, o desconforto do tratamento, estratégias de enfrentamento e projeção para o futuro sem a doença. A fala

  9. Tratamento de macroprolactinoma com cabergolina em adolescente An adolescent patient with prolactinoma treated with cabergoline

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Warszawski

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Relatar um caso de macroprolactinoma diagnosticado em adolescente e tratado com cabergolina. DESCRIÇÃO DO CASO: Paciente do sexo feminino, 15 anos, iniciou quadro clínico aos dez anos, com cefaleia, obesidade e não havia apresentado menarca ao diagnóstico. A dosagem sérica inicial de prolactina foi de 2492ng/mL (valor de referência: 19-25ng/mL. A ressonância nuclear magnética de crânio evidenciou formação expansiva selar e suprasselar compatível com macroadenoma hipofisário sem compressão do quiasma óptico. Seis meses após o início do tratamento com cabergolina, houve queda significativa dos níveis séricos de prolactina para 87,7ng/mL, com redução de 76% no tamanho da lesão e melhora sintomática. COMENTÁRIOS: A ocorrência dos prolactinomas é rara na infância e na adolescência, mas o seu comportamento pode ser mais agressivo. O diagnóstico precoce e o manejo adequado do caso são importantes para um bom prognóstico.OBJECTIVE: To report a teenager with macroprolactinoma treated with cabergoline. CASE DESCRIPTION: A 15-year old female adolescent reported the onset of headaches and obesity since ten years old. At diagnosis amenorrhea was not present. The serum level of prolactin was initially 2492ng/mL (reference values: 19-25ng/mL. Magnetic resonance images of the skull revealed an expansive sellar and suprasellar pituitary macroadenoma without optical chiasmal compression. Six months after starting treatment with cabergoline, there was a significant decrease of prolactin levels to 87.7 ng/mL, with a 76% reduction in the lesion size and she reported improvement of the symptoms. COMMENTS: In childhood and adolescence, prolactinomas are rare, but when they occur the clinical course is more aggressive. Early diagnosis and proper management of the disease are important for a good prognosis.

  10. Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes de diferentes condições socioeconômicas

    OpenAIRE

    Silva,Giselia Alves Pontes da; Balaban,Geni; Motta,Maria Eugênia F. de A.

    2005-01-01

    OBJETIVOS: comparar as prevalências de sobrepeso e obesidade em um grupo de pré-escolares, escolares e adolescentes de diferentes condições socioeconômicas na cidade do Recife. MÉTODOS: estudo do tipo transversal envolvendo uma amostra de 1616 crianças e adolescentes, escolhida por conveniência. Os indicadores nutricionais foram definidos conforme as recomendações do National Center of Health Statistics 2000, sendo considerado sobrepeso o índice de massa corporal igual ou superior ao percenti...

  11. Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes da Região Autónoma da Madeira, Portugal

    OpenAIRE

    Gouveia, Élvio; Freitas, Duarte; Maia, José; Beunen, Gaston; Claessens, Albrecht; Marques, António; Thomis, Martine; Almeida, Sara; Lefevre, Johan

    2014-01-01

    O objectivo foi estimar a prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes da Região Autónoma da Madeira, Portugal. Um procedimento estratificado proporcional foi usado para obter uma amostra representativa de crianças e adolescentes madeirenses dos 7 aos 18 anos. No total, 2503 sujeitos, 1266 rapazes e 1237 raparigas, participaram no estudo. A prevalência de sobrepeso e obesidade foi definida a partir do índice de massa corporal e de acordo com os pontos de corte propostos pel...

  12. Ideações e tentativas de suicídio em adolescentes com práticas sexuais hetero e homoeróticas

    OpenAIRE

    Teixeira-Filho,Fernando Silva; Rondini,Carina Alexandra

    2012-01-01

    Esta pesquisa, que teve como população-alvo adolescentes com idade entre 12 e 20 anos, residentes em três municípios do interior Paulista, buscou conhecer as associações entre orientação sexual e ideações e tentativas de suicídio. Corroborando com as pesquisas internacionais, evidenciou-se que os não heterossexuais têm mais chances de pensarem e tentarem suicídio, comparativamente aos heterossexuais. Todavia, encontrou-se que, dentre o grupo de adolescentes que se assumiram não heterossexuais...

  13. Déficits de autocuidado em crianças e adolescentes com doença renal crônica

    OpenAIRE

    Sousa,Malueska Luacche Xavier Ferreira de; Silva,Kenya de Lima; Nóbrega,Maria Miriam Lima da; Collet,Neusa

    2012-01-01

    Pesquisa descritivo-exploratória que objetivou investigar os requisitos de autocuidado nos desvios de saúde associados às doenças renais crônicas em crianças e adolescentes, à luz do referencial teórico de Orem, identificar diagnósticos de enfermagem nos déficits de autocuidado com auxílio da Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem e desenvolver intervenções junto à criança/adolescente, ao identificar déficits nos requisitos de autocuidado. Utilizou-se a entrevista semiestrut...

  14. CARACTERÍSTICAS DA PRÁTICA DE ATIVIDADES FÍSICAS DESPORTIVAS EM PRÉ-ADOLESCENTES EM ARACAJU (Versão original em português

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iuri Roseno Matos Aragão

    2014-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar as características das atividades físicas e / ou de esporte praticadas e de preferência em pré-adolescentes. Este é um estudo transversal, empírico e descritivo. A amostra foi composta de 145 estudantes entre 11-14 anos de idade, homens e mulheres. A idade média foi de 12,72 ± 1,19 anos, 66 do sexo masculino (12,59 ± 1,23 anos e 79 do sexo feminino (12,83 ± 1,16 anos. A amostra foi entre o ano de grau 6 e 9 do Ensino Fundamental. Foi aplicado um questionário de 12 perguntas com questões fechadas e abertas propostas especificamente para este estudo. Os principais resultados indicam que os meninos realizam atividades físicas e / ou de esporte fora da escola há mais tempo, mais dias por semana e horas por dia do que as meninas. A motivação para a prática fora da escola foi por causa de preferências pessoais. Os indivíduos permanecem muito tempo em atividades individuais, como assistir à TV, usar o computador e jogar videogames, em detrimento de atividades coletivas, como brincar com os amigos, estas foram as preferências expressas pelo grupo. A escola é o local preferido para a prática de atividades físicas e / ou de esporte. As preferências dos meninos foram atividades de grupo (futebol e as preferências das meninas atividades individuais (natação. Por isso, todo o mundo quer saber e aprender outros esportes, o que indica potencial para futuras intervenções.

  15. Percepções de familiares de adolescentes sobre oficinas terapêuticas em um centro de atenção psicossocial infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlete Aparecida Noronha

    Full Text Available RESUMO Objetivo Conhecer as percepções de familiares de adolescentes sobre oficinas terapêuticas em um Centro de Atenção Psicossocial Infantil. Métodos Pesquisa qualitativa, descritiva, desenvolvida em 2013, em Santa Catarina, com 18 familiares de adolescentes em acompanhamento no CAPSi. As entrevistas realizadas foram interpretadas a partir da análise de conteúdo. Resultados Identificaram-se duas categorias: o desconhecimento sobre as oficinas terapêuticas e o reconhecimento da ação terapêutica das oficinas. Nove familiares desconheciam as atividades realizadas nas oficinas, enquanto os outros nove referiram as conhecerem. Destacaram-se aspectos terapêuticos, como a melhora da autoestima dos adolescentes, dos comportamentos e da convivência. Todavia, alguns familiares não perceberam mudanças. Conclusões As oficinas terapêuticas oportunizam espaço de convivência, educação em saúde e suporte social, psicológico e pedagógico. Ressalta-se a importância da inclusão dos familiares no serviço para o cuidado efetivo. Este estudo pode contribuir para a reflexão sobre as práticas das oficinas terapêuticas na Enfermagem, em serviços de saúde mental.

  16. Autoeficácia e atividade física em adolescentes de Curitiba, Paraná, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Adriane de Souza

    2013-10-01

    Full Text Available Este trabalho teve o objetivo de analisar a associação entre atividade física e autoeficácia em adolescentes. Realizou-se um estudo inquérito de base escolar com 1.698 adolescentes de Curitiba, Paraná, Brasil. A atividade física foi avaliada segundo frequência semanal (dias/semana de prática de atividade física de intensidade moderada ou vigorosa. A autoeficácia foi analisada segundo a soma de uma escala composta por dez itens. A associação entre autoeficácia e atividade física foi testada pela regressão de Poisson (p < 0,05, estratificada por sexo. Entre os meninos, apenas elevada autoeficácia foi associada com todas as categorias de atividade física (p < 0,001, enquanto para as meninas níveis moderados e elevados de autoeficácia foram associados com todas as categorias de atividade física (p < 0,001. Conclui-se que a autoeficácia tem associação positiva com atividade física entre adolescentes, no entanto esta relação é mais consistente entre as meninas. Este é um aspecto importante para o delineamento de intervenções para a promoção de atividade física nesse grupo populacional.

  17. Exercício físico, desporto e função pulmonar em adolescentes fumadores versus não fumadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T.L. Holmen

    2002-09-01

    Full Text Available RESUMO: A actividade física reduzida está, inequivocamente, associada a um aumento das taxas de morbilidade e mortalidade na idade adulta.Os autores estudaram a relação existente entre o tabagismo na adolescência e o exercício físico, assim como o papel da actividade desportiva na função pulmonar.Foram avaliados 8305 estudantes (idades 13-18 anos do município de Nord-Trondelag, Noruega, submetidos a um inquérito pessoal abrangendo os hábitos tabágicos e a actividade física. Esta última foi classificada em três níveis: exercício e” 4 dias//semana; exercício 2-3 dias/semana; exercício d” 1 dia/semana; Os desportos individuais englobavam desportos de elevada endurance, como sejam o esqui, o ciclismo e a corrida, e de reduzida endurance de que são exemplo a equitação, a ginástica, a musculação, o boxe, o wrestling, o judo e o taekwondo. Constituem desportos de equipa o futebol, o andebol e o voleibol. Foram incluídos no grupo de fumadores os adolescentes com hábitos tabágicos diários ou ocasionais e considerados como fumadores passivos os estudantes expostos ao fumo do tabaco no núcleo familiar (progenitores, irmãos.Um mês após completarem o inquérito foram submetidos a um exame clínico que incluiu a determinação da altura e peso e a realização de espirometrias segundo os requisitos da American Thoracic Society. Foram avaliadas a CVF, VEMS, DEM50 e Índice de Tiffeneau. Todos os estudantes com Asma Brônquica (1005 foram excluídos.Cerca de 2993 adolescentes (41,0% nunca fumaram e 1342 (18,4% eram fumadores regulares (10% diários. Nos fumadores diários, a idade de início foi de 13,9 anos, tendo os hábitos tabágicos aumentado com a idade.A maioria dos estudantes (88% exercia uma actividade desportiva, pelo menos, 2 dias por semana, fora da escola, sendo esta mais frequente no sexo masculino (p<0

  18. Enfoque humanístico à comunicação em enfermagem: o caso de uma adolescente hospitalizada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Amélia Costa Mendes

    2000-03-01

    Full Text Available A enfermagem é uma profissão que milita pela promoção do ser humano, com toda sua liberdade, unicidade e dignidade. Neste sentido, a comunicação reveste-se de um significado essencial tanto no transcorrer do processo de enfermagem, quanto no seu produto, constituindo-se também como um componente fundamental do tratamento. Entretanto, no contexto hospitalar brasileiro, a comunicação do enfermeiro com o paciente tem sido limitada ao cumprimento de seu papel instrumental. A proposta deste estudo é analisar o caso de uma adolescente hospitalizada, enfocando sua comunicação com os enfermeiros que lhes dispensaram cuidados. Esta análise alicerçou-se no paradigma categorial de Bales. Através da técnica de observação direta do comportamento resultante da interação entre os enfermeiros e a adolescente estudada, durante trinta horas distribuídas em cinco dias, foram computadas 428 unidades de interação, as quais foram classificadas em áreas sócio-emocional positiva, negativa e neutra por juizes habilitados para esta atividade. Dado o alto índice de interações na área neutra (89,3%, as autoras recomendam uma correção humanística na comunicação durante o processo de enfermagem, o que poderá contribuir para qualificar o cuidado e redundar em satisfação no trabalho através do exercício da empatia e da solidariedade.

  19. O que os adolescentes brasileiros e portugueses pensam quando pensam em comprar?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samuel Lincoln Bezerra Lins

    Full Text Available RESUMO O consumo e a aquisição de bens materiais desempenham um papel determinante na vida das pessoas e a exposição aos produtos através da mídia influencia principalmente o público adolescente. No intuito de identificar as representações sociais do ato de comprar dessa faixa etária, pedimos a 482 adolescentes brasileiros e a 238 adolescentes portugueses para se expressarem sobre a palavra "comprar" através de uma tarefa de associação de palavras. As respostas recolhidas foram analisadas por meio do programa de análise textual Alceste que extraiu seis classes relacionadas a produtos típicos do público adolescente, aos aspectos da compra (emocional e cognitivo e ao ambiente de compra. Verificou-se um efeito do sexo de pertença e do contexto socioeconómico sobre as representações formadas.

  20. Uso de outros produtos do tabaco entre escolares brasileiros (PeNSE 2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luiza de Lima Curi Hallal

    2017-09-01

    Full Text Available Resumo: Estimar a prevalência e identificar fatores associados ao uso de outros produtos do tabaco entre escolares. Foi realizado um estudo transversal, com amostra representativa de escolares que cursaram o 9º ano do Ensino Fundamental. Foram entrevistados 109.104 estudantes, sendo que 4,8% fizeram uso de outros produtos de tabaco nos últimos 30 dias. Os fatores que aumentaram a chance de uso de outros produtos do tabaco foram: sexo masculino, dependência administrativa da escola, trabalhar, morar com mãe e/ou pai, percepção de que os pais ou responsáveis se importariam pouco caso fumasse, ter dificuldade para dormir, não ter amigos próximos, sofrer violência familiar, faltar às aulas, ter feito uso de tabaco e álcool nos últimos 30 dias, ter experimentado drogas, possuir pais ou responsáveis fumantes e ter presenciado pessoas fumando. A prevalência de consumo de outros produtos do tabaco é elevada entre estudantes brasileiros e está associada com melhores condições socioeconômicas, presença de comportamentos de risco e viver em ambiente permissível ao consumo de tabaco.

  1. Efeitos físicos e psicológicos da prática de exergames em adolescentes com obesidade

    OpenAIRE

    Fernandes, Aline Renata Rentz

    2015-01-01

    Objetivos: O estudo objetivou investigar os efeitos físicos e psicológicos da prática de exergames em adolescentes com obesidade e, por meio de revisões sistemáticas: a) analisar os aspectos psicológicos de adolescentes brasileiros com obesidade; b) identificar os benefícios físicos, fisiológicos, psicológicos e cognitivos da prática de exergames para adolescentes. Método: Esta dissertação é composta por dois estudos teóricos e três experimentais. As revisões sistemáticas seguiram a Declaraçã...

  2. Prevalência e fatores de risco para tabagismo em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maura C Malcon

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: O tabagismo é uma das principais causas de enfermidades evitáveis e incapacidades prematuras. Nesse sentido, realizou-se estudo com o objetivo de medir a prevalência e estudar fatores de risco associados ao tabagismo nos adolescentes. MÉTODOS: A partir de um delineamento transversal de base populacional, estudou-se uma amostra representativa de 1.187 adolescentes de 10 a 19 anos, da zona urbana de Pelotas, sul do Brasil. Todos os adolescentes da amostra, de cada domicílio, foram entrevistados por meio de questionário pré-codificado, individual e confidencial. Utilizou-se o teste de Kaplan-Meier para análise da curva de sobrevida. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo na amostra foi de 12,1% (IC95% 10,3%-14%. As prevalências foram similares para os sexos femininos e masculinos. Os fatores de risco para tabagismo na análise multivariada, por regressão logística, foram: maior idade, odds ratio (OR de 28,7 (11,5-71,4, irmãos mais velhos fumantes, OR de 2,4 (1,5-3,8, três ou mais amigos fumantes, OR de 17,5 (8,8-34,8 e baixa escolaridade OR de 3,5 (1,5-8,0. CONCLUSÕES: A prevalência de tabagismo na adolescência mostrou-se alta, na cidade de Pelotas. Campanhas antitabágicas devem ser direcionadas à comunidade e à família tendo o adolescente como alvo. Medidas legais adotadas pelo governo são importantes para impedir o acesso dos adolescentes ao cigarro.

  3. Evolução temporal da prevalência de anemia em adolescentes grávidas de uma maternidade pública do Rio de Janeiro

    OpenAIRE

    Pessoa, Lidiane da Silva; Saunders, Cláudia; Belfort, Gabriella Pinto; Silva, Letícia Barbosa Gabriel da; Veras, Lívia Soares; Esteves, Ana Paula Vieira dos Santos

    2015-01-01

    OBJETIVO: Descrever a evolução temporal da prevalência de anemia em adolescentes grávidas atendidas em uma maternidade pública do município do Rio de Janeiro no período de 2004 a 2013. MÉTODOS: Trata-se de um estudo analítico transversal retrospectivo com 628 gestantes/puérperas adolescentes, distribuídas em 3 grupos distintos: Grupo A (2004 a 2006), Grupo B (2007 a 2010) e Grupo C (2013). Informações relativas às características antropométricas, clínicas, sociodemográficas, obstétricas e da ...

  4. Peso medido, peso percebido e fatores associados em adolescentes Measured weight, self-perceived weight, and associated factors in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cora L. Araújo

    2010-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar a autopercepção corporal e o estado nutricional objetivamente medido por meio de peso, altura e pregas cutâneas em adolescentes e avaliar os fatores associados à discordância entre essas duas medidas. MÉTODOS: A amostra incluiu os membros da coorte de nascimentos de 1993 na Cidade de Pelotas, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil, que foram visitados em seus domicílios em 2004 e 2005. O desfecho em estudo resultou da comparação entre o estado nutricional e a percepção que os adolescentes tinham de seu peso corporal, sendo dividido em três categorias: subestimação, concordância e superestimação. As variáveis explanatórias foram sexo, cor da pele, índice de bens, sedentarismo, dieta inadequada, discriminação, regime para emagrecimento e sentimento de bem-estar e opinião do adolescente sobre como os pais percebiam o corpo desse adolescente. Para as análises estatísticas, empregou-se regressão logística multinomial. RESULTADOS: Foram entrevistados 4 452 indivíduos (87,5% da coorte original. A média de idade foi de 11 anos. De acordo com o estado nutricional, 7,1% foram classificados como magros, 69,8% como eutróficos, 11,6% com sobrepeso e 11,6% com obesidade. Com relação ao peso percebido, 19% dos jovens se achavam magros ou muito magros, 56% se sentiam normais quanto ao peso e 25% se consideravam gordos ou muito gordos. A concordância global entre a autopercepção corporal do adolescente e seu estado nutricional foi de 65% (kappa = 0,36. A subestimação foi de 24,9% entre meninos vs. 20,3% entre meninas. A superestimação foi de 15,8 % entre meninas vs. 8,5% entre meninos. CONCLUSÃO: Houve tendência de as meninas superestimarem o seu peso corporal e de os meninos subestimarem o mesmo. Detectou-se também forte associação entre a opinião que os adolescentes acreditam que os pais têm de si e a autopercepção de estado nutricional dos adolescentes.OBJECTIVE: To compare weight self

  5. Fatores associados ao declínio do déficit estatural em crianças e adolescentes em Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Sá Leal

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a evolução do déficit estatural em crianças e adolescentes e identificar seus fatores associados. MÉTODOS: Estudo transversal, com dados das Pesquisas Estaduais de Saúde e Nutrição realizadas em Pernambuco nos anos de 1997 e 2006. A amostra do tipo probabilística (aleatória estratificada, com representatividade para os estratos urbanos e rurais do estado. Para a coleta de dados foram utilizados questionários com perguntas pré-codificadas referentes a informações sobre as variáveis socioeconômicas, demográficas e antropométricas (das mães, crianças e adolescentes. A população estudada foi de, respectivamente, 1.853 e 1.484 crianças e adolescentes de cinco a 19 anos. A análise de regressão múltipla com seleção hierarquizada foi utilizada para avaliar a associação das variáveis explanatórias sobre o déficit estatural. RESULTADOS: A prevalência do déficit de estatura apresentou redução significante de 43% (de 16,9% em 1997 para 9,6% em 2006. As variáveis socioeconômicas e a estatura materna estiveram associadas a este declínio, com reduções variando de 39% a 60% entre os estratos analisados. Na análise dos determinantes do déficit estatural, no ano de 2006, permaneceram como significantes: a renda familiar per capita (<0,25 salário mínimo, a posse de bens domésticos (< três, o maior número de pessoas por domicílio, a menor escolaridade e menor estatura materna. CONCLUSÕES: A redução do déficit de estatura refletiu a melhoria nas condições sociais e econômicas. Entretanto, permanecem necessários a manutenção e incremento de políticas públicas, de modo a aumentar o poder aquisitivo dos mais pobres e universalizar o acesso da população a serviços de saúde e educação.

  6. Estudo da efetividade da intervenção breve para o uso de álcool e outras drogas em adolescentes atendidos num serviço de assistência primária à saúde Study on the effectiveness of brief intervention for alcohol and other drug use directed to adolescents in a primary health care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise De Micheli

    2004-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: O principal objetivo deste estudo foi avaliar a efetividade de uma intervenção breve e de uma orientação preventiva do uso de álcool e/ou outras drogas, dirigidas a adolescentes. MÉTODOS: Noventa e nove adolescentes que buscaram atendimento médico em um serviço ambulatorial especializado no atendimento de adolescentes foram divididos de acordo com seus níveis de consumo de substâncias em usuários no último mês (UM e não usuários no último mês (NUM. Cada um destes grupos foi dividido em dois: um grupo controle de usuários no último mês (COUM, um grupo controle de não usuários no último mês (CONUM, um grupo que receberia Intervenção Breve no caso de serem usuários no mês (UM-IB e um grupo que receberia Orientação Preventiva no caso de serem não usuários no mês (NUM-OP, totalizando quatro grupos. A orientação preventiva teve duração de 2 a 3 minutos e intervenção breve de 20 minutos, sendo realizada segundo roteiro pré-estruturado. Todos os participantes foram novamente avaliados após seis meses. RESULTADOS: No seguimento realizado ao final de seis meses, observou-se um aumento significativo na prevalência de consumo de maconha, álcool e tabaco bem como na intensidade de problemas e comportamentos de risco no grupo CONUM. No grupo NUM-OP, embora também tenha sido observado aumento na prevalência de consumo de drogas lícitas (álcool e tabaco, este foi significativamente menor em freqüência e intensidade do que o observado no grupo CONUM. Além disso, neste grupo não ocorreu aumento no uso de maconha. No grupo de adolescentes usuários no último mês que receberam Intervenção Breve (UM-IB, observou-se redução significativa na proporção de usuários em relação à maioria das substâncias avaliadas, bem como redução na intensidade dos problemas e comportamentos de risco. CONCLUSÃO: Nossos resultados confirmam a efetividade de uma sessão única de intervenção breve dirigida a

  7. Desafios Diagnósticos na Síndrome da Taquicardia Postural Ortostática (POTS) em uma Adolescente

    OpenAIRE

    Jalles Dantas Lucena; Thamiris Silva Queiroz; Beatriz Soares Brito; Francisco Pitombeira Lima; Anna Flávia da Cruz Café; Francisco de Assis Aquino Gondim

    2017-01-01

    Dificuldades no diagnóstico de Síndrome da Taquicardia Postural Ortostática (POTS) numa adolescente de 16 anos, com hipotireoidismo a 10 anos, apresenta sudorese, palidez, calor, taquicardia, fadiga e tontura. Após seis meses, houve recidiva pós-prandial, revertida com manobra de Trendelenburg. Tilt Test demonstrou em decúbito dorsal pressão arterial (PA) 106/71mmHg e frequência cardíaca (FC) 72bpm. Após terceiro minuto, PA 101/70mmHg e FC 99bpm. Além hipotireoidismo, não detectou-se outros f...

  8. Vulnerabilidade de gênero para a paternidade em homens adolescentes Gender vulnerability for parenthood among male adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anecy de Fátima Faustino Almeida

    2007-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar as relações de gênero vivenciadas por adolescentes do sexo masculino e como elas contribuem para torná-los vulneráveis à gravidez na adolescência. MÉTODOS: Estudo qualitativo realizado em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, em 2003. Participaram 13 adolescentes masculinos com menos de 20 anos, com um único filho de até 11 meses, cuja mãe estava na mesma faixa etária do pai. Realizaram-se entrevistas semi-estruturadas gravadas. Após transcrição, procedeu-se à análise temática de conteúdo. RESULTADOS: Identificaram-se estereótipos de gênero em que se destacavam papéis de líder, provedor e ativo sexualmente, bem como a rejeição a ser cuidador. Esses papéis apareceram consolidados principalmente na perspectiva dos entrevistados acerca do trabalho como marcador de sua condição de homem e provedor da família. A liderança dos adolescentes prevaleceu no relacionamento com a mãe de seu filho, notadamente na iniciativa das relações sexuais e no uso de contraceptivos. A gravidez foi considerada por eles como "por acaso" e inesperada, mas a paternidade foi vivenciada como uma prova final de sua condição de homens adultos. CONCLUSÕES: Verificou-se a condição de vulnerabilidade dos adolescentes para a paternidade em virtude da socialização de gênero nos moldes tradicionais. Isso foi evidenciado com a ausência dos papéis relativos ao cuidado consigo próprio e com os outros, com a incorporação precoce de papéis de dominação sexual masculina e de trabalhador e pai, ou seja, deixar de ser criança e alcançar a condição de homem.OBJECTIVE: To analyze gender relations perceived by male adolescents and how they contribute to making them more vulnerable to pregnancy during adolescence. METHODS: Qualitative study carried out in Campo Grande, Midwestern Brazil, in 2003. Subjects were 13 male adolescents under 20 years of age, fathers of an only child aged up to 11 months whose mother was in the same

  9. Prevalência de maus-tratos em crianças e adolescentes, ocorridos na cidade do Recife

    OpenAIRE

    Fernandes Maranhão, Valéria

    2005-01-01

    O objetivo da presente pesquisa foi determinar a prevalência de maus-tratos ocorridos em crianças e adolescentes na cidade do Recife, notificados no Hospital da Restauração, no período de janeiro de 2003 a dezembro de 2004. Uma amostra de 965 prontuários foi avaliada para determinar dados sócio-demográficos da vítima, além de tipo de abuso, local da lesão, e a necessidade de internamento. Os dados coletados referentes ao agressor foram: idade, sexo, grau de parentesco com a vítima e se o agre...

  10. Tabagismo em adolescentes de área urbana na região Sul do Brasil Tobacco smoking among teenagers in an urban area in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Lessa Horta

    2001-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a prevalência e os fatores de risco para o tabagismo em uma amostra de base populacional de adolescentes residentes em área urbana. MÉTODOS: Em 1997, realizou-se um estudo transversal com uma amostragem em múltiplos estágios dos adolescentes com idade entre 12 e 18 anos completos residentes na zona urbana da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Foi definido como sendo fumante todo aquele adolescente que informou ter fumado pelo menos um cigarro por semana no último mês. Para as comparações entre proporções, utilizou-se o teste do qui-quadrado com correção de Yates para tabelas 2X2. A regressão logística não condicional foi utilizada na análise multivariada. RESULTADOS/ CONCLUSÕES: Foram entrevistados 632 adolescentes, sendo que com outros 38 não foi possível realizar a entrevista. Na amostra estudada, 11,1% dos adolescentes eram fumantes, 6,8% eram ex-fumantes e 82,1% nunca haviam fumado regularmente. A prevalência de tabagismo foi diretamente relacionada com a idade do adolescente. Mesmo após controle para possíveis fatores de confusão, aqueles adolescentes que não estavam estudando, que eram repetentes, cujos pais estavam separados ou que relataram terem abusado de bebidas alcoólicas no último mês apresentaram uma maior razão de odds para tabagismo.OBJECTIVE: To evaluate the prevalence of tobacco smoking and its determinants among adolescents. METHODS: A cross-sectional study, using a multiple stage sampling, was carried out in 1997 and a sample of adolescents aged between 12 and 18 years who were living in the urban area of Pelotas, Brazil, was studied. Those who reported having smoked at least one cigarette per week during the last month were considered smokers. Chi-square test was used to compare proportions and conditional logistic regression was applied in the multivariate analysis. RESULTS/ CONCLUSIONS: Six hundred and thirty-two adolescents were interviewed, among which 38 were

  11. Efeito do treinamento de força nas variáveis cardiovasculares em adolescentes com sobrepeso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Marcelo de Queiroz Miranda

    2014-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: O presente estudo teve por objetivo avaliar as respostas agudas cardiorrespiratórias e autonômicas induzidas por uma sessão de exercício físico resistido em adolescentes com sobrepeso. MÉTODOS: Foram avaliados 17 adolescentes do sexo masculino divididos em grupo controle (GC, n=9 e grupo sobrepeso (GSO, n=7. Todos foram submetidos a uma sessão exercícios resistidos para diferentes grupos musculares, realizados com sobrecarga de 60% da força máxima, com um intervalo de 45 segundos entre as séries e 90 segundos entre cada exercício. Antes, durante e após a sessão de exercícios os seguintes parâmetros foram avaliados: frequência cardíaca (FC, pressão arterial sistólica (PAS, pressão arterial diastólica (PAD e variabilidade da frequência cardíaca (VFC. RESULTADOS: Foi observado comportamento semelhante em ambos os grupos da PAS e PAD. A PAS aumentou durante o exercício e a PAD diminuiu. Ambas retornaram aos valores basais durante a recuperação. A FC aumentou durante a sessão de exercício nos dois grupos, porém, apenas no GSO houve retorno aos valores de repouso. Os índices da VFC no domínio do tempo (VAR RR e RMSSD se comportaram de maneira semelhante frente ao exercício nos dois grupos, porém, no índice SDNN apenas o GSO retornou aos valores de repouso. A VFC no domínio da frequência apresentou comportamento semelhante em ambos os grupos. CONCLUSÕES: sugere-se que o aumento do nível de atividade física em indivíduos com sobrepeso pode prevenir as alterações autonômicas que estão associadas ao aumento do peso corporal e conferir efeito protetor ao sistema cardiovascular.

  12. Self-esteem, perceived self-efficacy, consumption of tobacco and alcohol in secondary students from urban and rural areas of Monterrey, Nuevo León, México Autoestima, autoeficacia percibida, consumo de tabaco y alcohol en estudiantes de educación secundaria de área urbana y rural de Monterrey, Nuevo León, México Auto-estima, auto-eficácia percebida, consumo de tabaco e álcool entre estudantes do ensino fundamental, das áreas urbana e rural, de Monterrey, Nuevo León, México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raúl Martínez Maldonado

    2008-08-01

    auto-estima e auto-eficácia se relacionam com o consumo nestes dois grupos de adolescentes do ensino fundamental nas áreas urbana e rural de Nuevo León México, entre janeiro e junho de 2006. Este estudo, descritivo e correlacional, se baseou nos conceitos teóricos de auto-estima, auto-eficácia percebida e consumo de álcool e tabaco. A mostra foi de 359 estudantes. Encontrou-se diferença significativa de consumo de tabaco entre estudantes do ensino fundamental, áreas urbana e rural, (U= 7513.50, p=.03 sendo mais alta a média de consumo em área urbana (média chi =.35 que na rural (média chi =.14. Encontrou-se relação, negativa e significativa, entre quantidade de bebidas consumidas num dia típico e a auto-estima (r s=-.23, p<.001, assim como da quantidade de cigarros consumidos num dia típico (r s=-.20, p< .001.

  13. Atraso na erupção dental em adolescente com hipotireoidismo

    OpenAIRE

    Vitalle,Maria Sylvia de S.; Weiler,Rosa Maria E.; Niskier,Sheila Rejane; Braga,Josefina Aparecida P.

    2012-01-01

    OBJETIVO: Relatar o caso de adolescente que procurou serviço odontológico de um ambulatório de medicina do adolescente por apresentar atraso de erupção dentária. A atuação multiprofissional permitiu chegar ao diagnóstico de hipotireoidismo. DESCRIÇÃO DO CASO: Paciente de 16 anos e 4 meses cuja queixa inicial foi atraso na erupção dentária. Na avaliação odontológica, chamava atenção o importante atraso na erupção dentária, o que poderia estar relacionado a alguma moléstia orgânica. Desta forma...

  14. Gonalgia na Criança e no Jovem Adolescente em Medicina Familiar

    OpenAIRE

    Thuesing, M

    2009-01-01

    A gonalgia é uma queixa comum na criança e no adolescente e esta é uma razão frequente para os pais levarem os seus filhos a uma consulta. A prevalência da dor no joelho é considerável, mas só ocasionalmente o joelho apresentará uma lesão que leve a uma intervenção cirúrgica. Por este motivo, é muito importante perceber que tipo de dor no joelho nos é referida. É importante saber que há diferenças significativas entre o joelho de uma criança (ou do adolescente) e o joelho de um adult...

  15. O que é comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes? What is adolescents' eating disorder risk behavior?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar comportamento de risco para transtornos alimentares (TA e sua frequência entre adolescentes em uma revisão da literatura nacional e internacional. MÉTODOS: Foi realizada uma busca bibliográfica por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicinee Lilacs e no portal SciELO,utilizando-se os descritores relacionados à "eating disorder risk behavior". Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, espanhol e inglês, e especificamente com adolescentes. Foram avaliados 76 artigos e analisados a nomenclatura e os instrumentos utilizados para avaliar comportamento de risco para TA e sua prevalência. RESULTADOS: Encontrou-se uma série de termos para avaliar risco para TA. A metodologia mais utilizada foi a de questionários e escalas, destacando-se o EAT-26 ou 40 e o BITE, dentre os mais frequentes; a prevalência de risco variou de 0,24% a 58,4%. CONCLUSÃO: Diferentes nomenclaturas e instrumentos são utilizados para avaliar comportamento de risco para TA entre adolescentes, com grande amplitude nos resultados de prevalência. Maior padronização de termos e metodologia de avaliação permitiriam melhor comparação entre estudos epidemiológicos em diferentes localidades.OBJECTIVE: To characterize eating disorder (ED risk behavior and its prevalence among adolescents in a review of national and international literature. METHODS: We carried out an integrative review on PubMed (U.S. National Library of Medicine, Lilacs and SciELO, using descriptors related to "eating disorder risk behavior". Articles published in the last 10 years, in Portuguese, Spanish and English, and specifically with adolescents were selected. The nomenclature and instruments used to assess eating disorder risk behaviors and its frequency were evaluated and analyzed in 76 articles. RESULTS: Several terms to assess ED risk behavior were found; questionnaires and scales

  16. Varicocele e volume testicular em adolescentes e adultos jovens portadores de esquistossomose hepatoesplênica cirúrgica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brandt Frederico Teixeira

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o volume testicular e a prevalência de varicocele em adolescentes e adultos jovens portadores de esquistossomose na forma hepatoesplênica associada a varizes sangrentas de esôfago. MÉTODOS: O estudo envolveu 22 adolescentes masculinos com esquistossomose na forma descrita, submetidos à esplenectomia, ligadura da veia gástrica esquerda e auto-implante de tecido esplênico no grande omento quando crianças. O tempo médio de seguimento foi de 4 anos após a intervenção. O grupo de voluntários sadios foi de adolescentes de uma escola na mesma região onde os casos operados viviam. Eles foram selecionados de forma randomizada, considerando a faixa de idade, características epidemiológicas e não serem infestados por equistossomose. Todos os participantes possuíam história clínica completa e foram submetidos a exame físico e ultra-sonográfico. Foi dado atenção especial as características sexuais, ultra-sonografia testicular e dopplerfluxometria das veias espermáticas. RESULTADOS: Dos pacientes classificados como adultos pela idade cronológica, 53,8% tinham genitais com características infantis. A incidência de varicocele foi igual a 61,5% no grupo afetado e 40% no grupo controle, sem diferença estatística entre os grupos (x 2 =1,77; g.1.=1; p=0,18 3 p Fisher=0,16, acometendo predominantemente o testículo esquerdo, em ambos os grupos. CONCLUSÃO: Pacientes com doença esquistossomótica cirúrgica tinham significante déficit no desenvolvimento puberal e genital, no volume testicular, especialmente do lado esquerdo, e alta prevalência de varicocele (61.5% sem uma associação direta com atrofia testicular.

  17. Atitudes e comportamentos de adolescentes em relação à ingestão de bebidas alcoólicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvio Éder Dias da Silva

    2011-10-01

    Full Text Available Pesquisa descritiva qualitativa que teve como objetivo analisar as atitudes dos adolescentes diante da ingestão de bebidas alcoólicas. Foram realizadas entrevistas com 40 adolescentes vinculados a uma instituição de apoio no Pará. A análise de conteúdo temático levou à seguinte categoria: atitudes e comportamentos em relação à ingestão de bebidas alcoólicas. O consumo da bebida alcoólica está associado a diversão, mas também significa um modo de não pensar nos problemas. Os adolescentes utilizaram outros tipos de drogas em alguns momentos, porém o uso do álcool é unanimidade. Concluiu-se que, para o adolescente, o álcool favorece a socialização e o prazer e que isso pode levar ao uso abusivo e contato com drogas ilícitas, como a maconha, a cocaína e o tíner.

  18. Desempenho de pontos de corte do índice de massa corporal de diferentes referências na predição de gordura corporal em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carolina Reiff e Vieira

    Full Text Available Avaliamos a acurácia de pontos de corte do Índice de Massa Corporal (IMC para identificar adolescentes com sobrepeso, comparando com percentual de gordura corporal, estimado pela bioimpedância elétrica, em uma amostra probabilística de 610 adolescentes de 12 a 19 anos (222 meninos e 388 meninas, estudantes de escolas públicas de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil. A curva ROC foi utilizada para avaliar a sensibilidade e especificidade de pontos de corte de IMC de uma referência nacional, duas norte-americanas e uma internacional. Os pontos de corte da amostra estudada foram inferiores aos das demais referências, com sensibilidade de 76% a 95% e especificidade de 75% a 95%. Os pontos de corte nacionais foram também mais sensíveis (53% a 100%, se comparados às outras referências (40% a 86%. O critério internacional apresentou melhor sensibilidade para adolescentes mais velhos e as referências americanas, para os mais jovens. O IMC foi um bom proxy de adiposidade, mas o uso de pontos de corte de referências de outras populações merece cautela, pois pode gerar erro na classificação de adolescente com sobrepeso em até 60%.

  19. Prevalência da asma e da rinite em adolescentes de 13 anos do Porto, Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Falcão

    2008-11-01

    Full Text Available Resumo: Introdução: As prevalências da asma e rinite têm aumentado nas últimas décadas, mas nos últimos anos tem sido referida a sua estabilização ou mesmo diminuição.Objectivo: O objectivo foi o de descrever a prevalência de rinite, asma ou sintomas do tipo da asma em adolescentes urbanos de 13 anos.Métodos: Os participantes elegíveis foram todos os alunos das escolas públicas e privadas do Porto, nascidos em 1990; 2161 (77,5% concordaram em participar. Através de questionários autoaplicados, a informação recolhida contemplou aspectos sociais, demográficos, comportamentais, história clínica de asma e doenças alérgicas do adolescente e família. Foi usada a versão portuguesa do International Study of Asthma and Allergies in Childhood’s (ISAAC e foram efectuadas espirometrias.Resultados: Nesta amostra de adolescentes urbanos de 13 anos, a prevalência da asma durante a vida foi de 12,9%, 84,4% com diagnóstico médico. A pieira durante a vida foi 18,3% e no último ano de 9,3%. A rinite foi relatada por 10,1%, mas a prevalência durante a vida de adolescentes com espirros, rinorreia serosa ou obstrução nasal, foi de 32,0%, e no último ano de 27,4%.Conclusão: Verificou-se uma estabilização ou mesmo diminuição da prevalência dos sintomas e diagnóstico de asma e rinite nos adolescentes do Porto, quando comparada com os resultados do ISAAC em 2002, tal como noutras investigações na Europa. A asma e a rinite estão frequentemente presentes no mesmo doente e a tosse nocturna é um importante sintoma que surge associado aos sintomas nasais. A função pulmonar permitiu discriminar os adolescentes com queixas respiratórias.Rev Port Pneumol 2008; XIV (6: 747-768 Abstract: Background: The prevalence of asthma and rhinitis has been increasing over the past few decades, but the last few years have seen these rates

  20. Relação entre condição gengival e fatores sociodemográficos de adolescentes residentes em uma região brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilio Prado Fonseca

    2015-11-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é relacionar as condições gengival e socioeconômica e distribuição demográfica de adolescentes residentes em uma região desfavorecida brasileira. O estudo transversal foi realizado com amostra probabilística de 450 adolescentes (15-19 anos em 13 municípios sorteados no Vale do Jequitinhonha (MG. A condição gengival foi avaliada por um examinador calibrado (Kappa ≥ 0,85 e baseado Índice Periodontal Comunitário (CPI. Foram calculadas as frequências para indivíduos e sextantes com posterior Análise de Correspondência Múltipla (Anacor que explorou relações entre o CPI e as características sociodemográficas. Como resultados: 16 (3,6% apresentaram-se sem alterações gengivais, 235 (52,2% com sangramento, 36 (8,0% com cálculo dental e 163 (36,2% com sangramento e cálculo. A Anacor identificou dois grupos que guardavam semelhanças entre si em relação à doença periodontal. O grupo 1 reuniu os adolescentes com CPI sadio, 19 anos de idade, que trabalham e têm maior renda familiar. No grupo de CPI com sangramento, tem-se os adolescentes com 15 e 16 anos de idade, de ambos os sexos, cursando o ensino fundamental, menor renda familiar e que se autodeclararam pardos ou negros. A gengivite foi relacionada às condições socioeconômicas e demográficas de adolescentes da região.

  1. Efeitos de diferentes intensidades de treinamento aeróbio sobre a composição corporal em adolescentes obesos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscyla Praxedes Gomes

    2013-06-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n5p594 O objetivo do presente estudo foi verificar os efeitos de diferentes intensidades de treinamento físico aeróbio sobre a composição corporal de adolescentes obesos submetidos à intervenção multidisciplinar. O estudo caracterizou-se como ensaio clinic aleatorizado. Quarenta e dois adolescentes (13 a 17 anos obesos (IMC = 34,48±3,88 kg/m2 púberes (estágio 3 e 4 participaram de 12 semanas de intervenção multidisciplinar. Os adolescentes foram alocados aleatoriamente em dois grupos experimentais: treinamento de alta intensidade (TAI (N=20 – intensidade correspondente ao limiar ventilatório I (LVI; e treinamento de baixa intensidade (TBI (N=22 - 20% abaixo do LVI. As sessões de exercício foram isocalóricas (350 kcal. Todos os voluntários receberam acompanhamento clínico, nutricional e psicológico. A massa corporal (kg, estatura (cm e dobras cutâneas (mm foram mensuradas. O percentual de gordura foi estimado por meio da equação de Slaughter, em seguida, a massa magra e massa gorda foram estimadas. Após 12 semanas de intervenção foram verificadas reduções na massa corporal, IMC e adiposidade em ambos os grupos (p<0,001, bem como elevação da massa magra dos adolescentes (p<0,001. No presente estudo, a intervenção multidisciplinar se mostrou efetiva na modulação da composição corporal e da adiposidade dos adolescentes obesos. Entretanto, tais resultados parecem ser independentes da intensidade de treinamento aeróbio a qual os grupos foram submetidos.

  2. GRUPO COMO DISPOSITIVO SOCIOEDUCATIVO: PESQUISA-INTERVENÇÃO COM ADOLESCENTES EM CUMPRIMENTO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO À COMUNIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dayane Silva Rodrigues

    2018-01-01

    Full Text Available Este artigo apresenta discussões oriundas de uma tese de doutorado, que problematizou especificidades, princípios e estratégias para a utilização de metodologias grupais como dispositivos de atuação no atendimento a adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em meio aberto. O estudo foi construído por meio de uma pesquisa-intervenção com onze adolescentes em cumprimento da medida socioeducativa de Prestação de Serviço à Comunidade, vinculados a uma unidade de atendimento do Distrito Federal. O artigo apresenta um recorte dos resultados da tese, evidenciando análises relativas às significações produzidas com os adolescentes sobre o conceito de trabalho, inerente à medida socioeducativa de prestação de serviço à comunidade. Sob o prisma da Psicologia Histórico-Cultural (L. S. Vigotski, da perspectiva do dialogismo (M. Bakthin e da problematização do conceito de grupo-dispositivo (R. B. Barros, são analisados os processos de negociação para a realização uma atividade colaborativa e comunitária com adolescentes. Na sequência, são abordados aspectos relativos aos movimentos do processo grupal, permeado por devires e ressignificações. Por fim, discute-se o conceito de grupo como dispositivo socioeducativo que pode ser tomado na execução de medidas socioeducativas, com vistas a ampliar as ferramentas de atendimento aos adolescentes e contribuir para o aprofundamento da base teórico-metodológica das práticas em socioeducação.

  3. DIAGNÓSTICOS DE ENFERMAGEM EM ADOLESCENTES COM EXCESSO DE PESO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raphaela Santos do Nascimento Rodrigues

    2013-01-01

    Full Text Available El objetivo fue identificar los diagnósticos de enfermería en adolescentes de escuelas públicas con exceso de peso, de acuerdo con la Clasificación Internacional de la Práctica de Enfermería. Estudio transversal de población, investigó socio-demográficos, conductuales y psicológicos de adolescentes de 10 a 14 años. Se establecieron 11 diagnósticos de enfermería: "Riesgo para la Obesidad", "Riesgos de desarrollo adolescente comprometida", "Riesgo de inseguridad en el rendimiento papel de los padres”, "Riesgo para la capacidad de la familia para gestionar el régimen dietético comprometido", "Riesgo de capacidad para gestionar el régimen dietético comprometido", "Riesgo de Déficit de conocimientos sobre la dieta", "Riesgo de ingesta excesiva de alimentos", "Imagen negativa de sí", "Riesgo para la autoestima", "Riesgo Bienestar comprometida", "Estándar ejercicio comprometido". Reflejo de la naturaleza multifactorial de la obesidad, destacando la necesidad de interdisciplinaria e intersectorial de prevención y control de sobrepeso.

  4. Violência contra crianças/adolescentes em sofrimento psíquico e cuidado de enfermagem: reflexões da fenomenologia social

    OpenAIRE

    Freitas, Rodrigo Jácob Moreira de; Moura, Natana Abreu de; Monteiro, Ana Ruth Macêdo

    2016-01-01

    RESUMO Objetivo : Refletir sobre a violência contra crianças e adolescentes em sofrimento psíquico e o cuidado de enfermagem a partir da fenomenologia social. Métodos : Estudo teórico fundamentada nas concepções de Alfred Schütz. Resultados : O sujeito em sofrimento psíquico apresenta conflitos nas relações familiares, estando imerso em uma situação biográfica que retira sua autonomia, contribuindo para que aconteça ações violentas. Trata-se de um fenômeno social expresso por meio das rela...

  5. Experiências de vida relatadas por genitores masculinos de adolescentes diagnosticadas com transtorno alimentar em tratamento ambulatorial : um estudo clínico-qualitativo

    OpenAIRE

    Celso Garcia Junior

    2015-01-01

    Resumo: O presente estudo teve como objetivos compreender as experiências de vida dos genitores masculinos de pacientes adolescentes do sexo feminino em tratamento ambulatorial devido a um Transtorno Alimentar (TA) e entender como esses homens vivenciaram o impacto do TA de suas filhas em suas próprias vidas, desde o início da doença até o desenrolar do tratamento a que elas se submeteram no Grupo Interdisciplinar de Assistência e Estudos em Transtornos Alimentares (GETA) da UNICAMP. Foi util...

  6. Prática de atividade física em adolescentes brasileiros Physical activity practice among brazilian adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Curi Hallal

    2010-10-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é descrever a prática de atividade física em adolescentes, utilizando dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE, coletados em todas as capitais do Brasil e no Distrito Federal em 2009. A amostra incluiu escolares do 9º ano do ensino fundamental (n=60.973. Foram investigadas a prática de atividade física nos últimos sete dias, incluindo modo de deslocamento para a escola, prática de atividade física dentro e fora da escola e participação nas aulas de educação física. Consideraram-se ativos os jovens que acumularam > 300 min/sem de atividade física. A proporção de ativos foi de 43,1%, sendo maior nos meninos (56,2% em comparação às meninas (31,3%. Metade dos adolescentes (49,2% relatou ter tido duas ou mais aulas de educação física na semana anterior à entrevista; 79,2% relataram assistir a duas horas diárias de televisão ou mais. Os dados do PeNSE indicam baixa prevalência de jovens ativos e com duas ou mais aulas de educação física por semana, além de elevada prevalência de comportamento sedentário. Tais dados podem ser utilizados como linha de base para o monitoramento de atividade física em escolares brasileiros, mas desde já sugerem a necessidade de intervenções para a promoção de atividade física em adolescentes brasileiros.The aim of this study is to describe physical activity practice among Brazilian adolescents by using data from the National Adolescent School-based Health Survey (PeNSE collected in all state capitals and the Federal District in 2009. The sample included students of the ninth year (n=60,973. It was investigated the physical activity practice seven days prior to the interview, including transportation mode, physical activity practice inside and outside the school and participation in Physical Education classes. Adolescents were classified as active if performing > 300 min/wk of physical activity. The proportion of active adolescents was 43

  7. Assertividade e tempo de permanencia de cateteres intravenosos perifericos com insercao guiada por ultrassonografia em criancas e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariane Ferreira Machado Avelar

    2013-06-01

    Full Text Available Estudo randômico e controlado que objetivou verificar se a ultrassonografia vascular (USV aumenta a assertividade na utilização do cateter intravenoso periférico e o tempo de permanência do cateter quando comparado ao método tradicional de punção. A coleta de dados ocorreu após aprovação do mérito ético, incluindo-se no estudo crianças e adolescentes submetidos a punção intravenosa periférica guiada pela USV, constituindo o grupo USV (GUSV, ou após avaliação clínica da rede venosa, denominado grupo controle (GC. Os valores de p<0,05 foram considerados significativos. A amostra foi constituída por 382 punções, 188 (49,2% no GUSV e 194 (50,8% no GC, realizadas em 335 crianças. Identificou-se assertividade em 73 (71,6% cateteres do GUSV e em 84 (71,8% do GC (p=0,970. O tempo de permanência do cateter apresentou mediana inferior a um dia nos dois grupos (p=0,121, não havendo diferença estatisticamente significativa. Concluindo-se que a USV não influenciou os resultados das variáveis dependentes investigadas. ClinicalTrials.govNCT00930254.

  8. Exploración de modelos predictivos de consumo de tabaco en adolecentes salvadoreños

    OpenAIRE

    Alfaro Sifontes, Manuel; Lizano Martinez, Marcela

    2009-01-01

    Determinar factores predictores del consumo de tabaco en adolescentes salvadoreños. La muestra evaluó a 2283 adolescentes, de uno y otro género, en edades entre 11 y 17 años. El instrumento aplicado correspondió a Encuesta Mundial de Tabaquismo Juvenil realizada por la Organización Mundial de la Salud (OMS) y los Centros de Control y Prevención de Enfermedades de Estados Unidos de América (CDC, por sus siglas en inglés), en el año 2003.

  9. Funcionalidad en familias con adolescentes escolarizados en Paipa Funcionalidade em famílias com adolescentes escolarizados em Paipa Dynamics within families with adolescents who go to school in Paipa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    EDNA FABIOLA GALÁN GONZÁLEZ

    2010-06-01

    Avaliação da Funcionalidade Familiar que possibilita medir o nível de efetividade da funcionalidade familiar por meio de objetivos ou propósitos (estabilidade, crescimento, controle e espiritualidade e das dimensões (câmbio, manutenção, coerência e individuação do sistema familiar. De acordo com os resultados da efetividade da funcionalidade familiar, conclui-se que 62,7% das famílias com adolescentes estudo têm baixa efetividade da funcionalidade da família. No relativo às dimensões, a individuação exibiu um nível baixo com 41,2% seguida pela coerência e a mudança, enquanto a manutenção foi a variável de maior pontuação no nível alto (71,6%. As respostas dadas pelas famílias com adolescentes entrevistadas posicionaram as metas em níveis intermédios e altos, o que chama a atenção frente aos achados sobre efetividade familiar que se encontrou com predomínio no nível baixo.Horizontal descriptive study, with a quantitative approach, from a sample of 102 families with adolescents who go to school in the municipality of Paipa (Province of Boyacá, and whose objective was to describe the effectiveness of family dynamics in the light of the Systematic Organization Theory proposed by Marie Luise Friedemann. The respondents were 102 adolescents, enrolled in an educational institution and whose ages varied from 13 to 18 years of age. The instrument used was the Family Functioning Evaluation scale, that allows for measuring the effectiveness level of the family dynamics through goals or objectives (stability, growth, control and spirituality and through the dimensions (change, maintenance, consistency and individuation of the family system. According to the results of the effectiveness of family dynamics, one could conclude that 62,7% of the families with adolescents who participated in this study have a low level of effectiveness of family functioning. In regard to the dimensions, individualization was found at a low level with 41,2%, followed by

  10. Dynamics within families with adolescents who go to school in Paipa Funcionalidad en familias con adolescentes escolarizados en Paipa Funcionalidade em famílias com adolescentes escolarizados em Paipa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Galán González Edna Fabiola

    2010-04-01

    ência e a mudança, enquanto a manutenção foi a variável de maior pontuação no nível alto (71,6%. As respostas dadas pelas famílias com adolescentes entrevistadas posicionaram as metas em níveis intermédios e altos, o que chama a atenção frente aos achados sobre efetividade familiar que se encontrou com predomínio no nível baixo.

  11. Caracterização da saúde mental em crianças e adolescentes em acolhimento institucional = Mental health characterization in institutionalized children and adolescents = Caracterización de la salud mental en niños y adolescentes institucionalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Calcing, Jordana

    2014-01-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo identificar as experiências de vida traumáticas e a prevalência de problemas de comportamento em crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional. O grupo investigado foi constituído por 41 crianças e adolescentes de ambos os sexos, com idade de 7 a 18 anos, provenientes de cinco casas de acolhimento localizadas na região norte do estado do Rio Grande do Sul. Para a obtenção dos dados, utilizaram-se os instrumentos: Inventário de Eventos Estressores na Infância e Adolescência (IEEIA, Inventário de Depressão Infantil (CDI, e o Child Behavior Checklist (CBCL. Os dados apontaram para a presença de problemas de comportamento em um número significativo de crianças e adolescentes, tendo em vista suas histórias de vida marcadas por eventos traumáticos. Considerando esses dados, destaca-se a importância de instituir políticas públicas que contemplem as necessidades de crianças e adolescentes institucionalizados, a fim de que seus direitos sejam garantidos

  12. Personalidade psicopática em uma amostra de adolescentes infratores brasileiros Psychopathy personality in a sample of young Brazilian offenders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Schmitt

    2006-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Evidências apontam que adolescentes infratores graves (autores de homicídio, estupro e latrocínio possuem personalidade psicopática e risco aumentado de reincidência criminal, mas não apresentam maior prevalência de história de abuso na infância do que outros adolescentes infratores. OBJETIVO: Comparar a psicopatia, a reincidência criminal e a história de maus-tratos entre adolescentes infratores versus a vida e outros adolescentes infratores. MÉTODO: Estudo transversal, controlado, utilizando a escala Hare's Psychopathy Checklist Revised (PCL-R para avaliação de psicopatia em uma amostra de adolescentes cumprindo medida socioeducativa em decorrência da prática de ato infracional. RESULTADOS: Os adolescentes que cometeram crimes contra a vida apresentaram prevalência de psicopatia maior do que outros adolescentes infratores - RP = 2,86 (IC95% 1,49-5,47. A reincidência criminal foi mais prevalente entre os adolescentes que possuíam psicopatia e história de crimes contra a vida - RP = 2,96 (IC95% 1,32-6,60. O estudo não conseguiu demonstrar prevalência significativa de história de abuso na infância entre os adolescentes com psicopatia em comparação ao grupo-controle - RP = 0,88 (IC95% 0,66-1,15. CONCLUSÕES: Os resultados sugerem prevalência aumentada de personalidade psicopática e reincidência criminal entre os adolescentes autores de crimes contra a vida quando comparados a outros adolescentes infratores.BACKGROUND: Evidences point out that the young offenders involved with major crimes (such as homicide, rape and violent robbery have psychopathic personality, with greater risk of recidivism but do not have a higher prevalence of childhood abuse history compared to other young delinquents. OBJECTIVE: To compare the psychopathy, criminal recidivism. However, incidence of childhood abuse is similar to other young delinquents groups. METHODS: Cross-sectional study, controlled, using the Hare's Psychopathy

  13. Medidas de localização da gordura corporal e fatores de risco para doenças cardiovasculares em adolescentes do sexo feminino, Viçosa-MG

    OpenAIRE

    Pereira, Patrícia Feliciano

    2008-01-01

    O aumento da prevalência da obesidade em adolescentes é acompanhado pelo acúmulo de gordura na região abdominal, o qual está associado à presença de alterações de risco cardiovascular já nesta fase da vida. Assim, o estabelecimento de medidas simples para identificação precoce de indivíduos em risco é de interesse em saúde pública. Objetivou-se verificar a associação entre medidas de localização da gordura corporal com fatores de risco cardiovasculares, em adolescentes do sexo feminino. Foram...

  14. Iniciação e consumo de substâncias psicoativas entre adolescentes e adultos jovens de Centro de Atenção Psicossocial Antidrogas/CAPS-AD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Carvalho Silva

    2014-03-01

    Full Text Available O estudo tem como objetivo caracterizar a iniciação e o padrão de consumo de substâncias psicoativas, entre adolescentes e adultos jovens matriculados em Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas - CAPS AD. Foram utilizados os registros dos atendimentos, sendo o padrão de consumo classificado segundo a OMS: uso pouco frequente (uso na vida, no ano ou no mês até cinco dias; uso frequente (de seis até 19 vezes nos últimos 30 dias; uso pesado (> 20 vezes nos últimos 30 dias; na comparação das faixas etárias utilizou-se teste de proporções e para análise das associações, calculou-se prevalência/P e razão de prevalência/RP, com significância de 5% e intervalo de confiança 95%. No total de adolescentes e jovens atendidos entre 2003 e 2008 (475, a maioria foi masculina, solteira, com baixa escolaridade, coabitando com pais e sintomas psíquicos. Constatou-se significância estatística para idade de iniciação ao consumo: adolescentes, em relação aos jovens iniciaram mais precocemente (< 14 anos: o consumo de tabaco; maconha, cocaína; crack e outras SPA. Entre adolescentes, verificou-se resultados significantes para consumo menos frequente de tabaco; mais frequente de álcool; e consumo pesado de maconha. Esses achados podem contribuir para programas preventivos e terapêuticos do CAPS-AD.

  15. Traumatismo cranioencefálico grave em crianças e adolescentes Severe traumatic braininjury in children and adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Fernando Andrade de Carvalho

    2007-03-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Apresentar uma revisão crítica do traumatismo cranioencefálico (TCE em crianças e adolescentes, enfocando o trauma grave, as taxas e os aspectos relacionados com a mortalidade e as principais medidas terapêuticas. CONTEÚDO: Revisão sistemática dos artigos incluídos no MEDLINE, SciELO e Lilacs, no período compreendido entre 1985 e 2006, utilizando as seguintes palavras-chave: traumatic brain injury, craniocerebral trauma, children e mortality, além dos principais livros-texto sobre o assunto. Foram analisados também os Guidelines of Brain Trauma Foundation de 2000 e 2003, sendo selecionados os principais trabalhos citados. O traumatismo cranioencefálico é uma das principais causas de morte e seqüelas em crianças e adolescentes. As taxas de mortalidade variaram entre 10% e 55%, principalmente em razão dos critérios de seleção utilizados, da gravidade dos pacientes e dos locais onde foram realizados os estudos. Em geral, a mortalidade em crianças foi menor que as descritas em pacientes adultos. Os principais fatores relacionados com a mortalidade em crianças foram a pontuação na escala de coma de Glasgow, a hipotensão arterial, o edema e ingurgitamento cerebral difusos e a baixa pressão de perfusão encefálica. O tratamento do TCE grave visa a correção dos fatores relacionados com a lesão cerebral secundária. CONCLUSÕES: Os fatores relacionados com melhor prognóstico em crianças ainda permanecem inconclusivos, havendo algumas divergências entre os estudos. Grande parte destes fatores é corrigível ou evitável, com reanimação hídrica inicial agressiva, tratamento cirúrgico em tempo hábil, monitorização e cuidados intensivos adequados.BACKGROUND AND OBJECTIVES: Present a critical review of traumatic brain injury (TBI in children and adolescents, focusing on severe TBI, the mortality and the factors related with poor outcome. CONTENTS: It was made a systematic review in MEDLINE

  16. Uma onda que vem e dá um caixote: representações e destinos da crise em adolescentes usuários de um CAPSi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melissa de Oliveira Pereira

    Full Text Available Resumo O artigo enfoca os aspectos intersubjetivos envolvidos na atenção à crise psicossocial de adolescentes, suas representações e desdobramentos. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, desenvolvida através da perspectiva psicossociológica, através da construção de narrativas de vidas de adolescentes que se tratam num Centro de Atenção Psicossocial para Crianças e Adolescentes (CAPSi. Baseamo-nos nas contribuições teóricas de René Kaës sobre aspectos grupais e culturais da crise, assim como sua relação com a adolescência. As narrativas de vida, construídas através de entrevistas em profundidade com adolescentes, parentes próximos dos mesmos e profissionais do CAPSi, apresentam a crise como “surpresa”, violência e estranhamento, momento que precisa ser esquecido, negado, silenciado e medicalizado. Concluímos que a crise envolve forte sofrimento psíquico por parte do adolescente, pessoas próximas e também profissionais, o que coloca em questão as possibilidades e os limites do cuidado. Apontamos, assim, para a importância de espaços protegidos, na instituição e na rede de saúde, que possibilitem construção coletiva de novos sentidos, representações e destinos da crise, tanto por parte de usuários quanto de profissionais.

  17. Estudo das habilidades sociais em adolescentes usuários de maconha Estudio de las habilidades sociales en adolescentes usuarios de marihuana The social skills study in adolescents marijuana users

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Fortes Wagner

    2009-03-01

    Full Text Available Esse estudo objetivou avaliar as habilidades sociais de adolescentes usuários de maconha e comparar seu desempenho com o de não-usuários. Os instrumentos utilizados foram: Inventário de Habilidades Sociais - IHS; Screening Cognitivo do WISC-III e do WAIS-III, Inventários de Ansiedade e Depressão de Beck. A amostra constituiu-se de 98 adolescentes, com idades de 15 a 22 anos, dos quais 49 eram usuários de maconha e 49 não o eram. Os resultados mostraram maiores prejuízos no grupo de usuários de maconha no screening cognitivo e na presença de sintomas de ansiedade e depressão. Os achados evidenciaram diferenças estatísticas significativas no grupo de usuários de maconha, com um desempenho mais prejudicado no Fator 4 (auto-exposição a desconhecidos ou a situações novas e no Fator 5 (autocontrole da agressividade em situações aversivas. Conclui-se que adolescentes usuários de maconha apresentam mais prejuízos nas habilidades do que adolescentes não usuários de substâncias.Esta investigación tuvo como objetivo evaluar las habilidades sociales de adolescentes usuarios de marihuana y comparar su desempeño con adolescentes no usuarios de esta droga. Los instrumentos utilizados fueron: Inventario de Habilidades Sociales - IHS; Screening Cognitivo del WISC-III y del WAIS-III, Inventarios de Ansiedad y Depresión de Beck. La muestra se constituyó de 98 adolescentes, 49 usuarios de marihuana y 49 no usuarios, con edades entre 15 y 22 años. Los resultados mostraron mayores perjuicios en el grupo de usuarios de marihuana en el screening cognitivo y en la presencia de síntomas de ansiedad y depresión. Los hallazgos evidenciaron diferencias estadísticas significativas en el grupo de usuarios de marihuana, con un desempeño más perjudicado en el Factor 4, Autoexposición a desconocidos o a situaciones nuevas y en el Factor 5, Autocontrol de la agresividad a situaciones aversivas. Se concluyó que adolescentes usuarios de

  18. Estudio descriptivo del uso de drogas en adolescentes de educación media superior de la ciudad de Monterrey, Nueva León, México Estudo descritivo do uso de drogas em adolescentes de educação média supeiror da cidade de monterrey, Nova Leon, México Descriptive study of drugs use among adolescents in higher middle education in Monterrey, Nueva León, Mexico

    OpenAIRE

    Gregorio Martinez Rodríguez; Margarita Antonia Villar Luis

    2004-01-01

    Se buscó establecer el perfil de consumo de drogas lícitas e ilícitas, patrones de consumo y estrategias de afrontamiento y resistencia al alcohol, tabaco y otras drogas en adolescentes de educación media superior. El estudio se sustentó en los conceptos de autores especializados en el tema considerándose las características conductuales, psicológicas y normativas de la persona. La muestra no probabilística consistió de 325 jóvenes. Los resultados indicaron que 67%, 65% y 7% de los adolescent...

  19. Fatores de risco para dependência de álcool em adolescentes

    OpenAIRE

    Rozin, Leandro; Zagonel, Ivete Palmira Sanson

    2012-01-01

    OBJETIVO: Identificar os fatores de risco para dependência do álcool na adolescência. MÉTODOS: Revisão integrativa com 21 artigos publicados entre 2000 e 2009, capturados nas bases de dados LILACS, BVS, MEDLINE, COCHRANE e IBECS com as palavras-chave: adolescência, risco para dependência e álcool. RESULTADOS: Há evidências de que o álcool é a droga mais consumida por adolescentes, com início entre 14 a 16 anos. Os fatores de risco para dependência estão relacionados ao início precoce do uso, ...

  20. Isolamento social e sentimento de solidão em jovens adolescentes

    OpenAIRE

    Ferreira, Débora Sousa Simões; Santos, António José; Ribeiro, Olívia; Freitas, Miguel da Costa Nunes de; Correia, João Carlos Verdelho; Rubin, Kenneth

    2015-01-01

    Os estudos mostram a importância das relações de pares para um desenvolvimento saudável e harmonioso, principalmente no período da adolescência. Como tal, a problemática do isolamento social torna-se num domínio com redobrado interesse durante esta fase da vida dos jovens. São vários os estudos que associam o retraimento social de crianças e adolescentes a consequências ligadas a perturbações internalizadas, como por exemplo, a solidão. O presente estudo teve como objetivo verificar os sentim...

  1. Aspectos ginecológicos e frequência de infecções do trato genital inferior em pacientes adolescentes e adultas: existem diferenças?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Barroso Zimmermmann

    2012-07-01

    Full Text Available Introdução: As adolescentes merecem atenção especial em saúde pública, pois ao iniciar atividade sexual se expõem aos riscos das DSTs, da gravidez indesejada, do câncer cervical e de outras doenças inflamatórias pélvicas. Objetivos: Avaliar os aspectos ginecológicos e a frequência de infecções do trato genital inferior em adolescentes. Métodos: Trata-se de um estudo de caso-controle, onde foram estudadas pacientes adolescentes (n=68 e adultas (n=112 atendidas em uma clínica privada, que presta atendimento em ginecologia e obstetrícia. Excluíram-se aquelas que apresentavam qualquer tipo problema que impossibilitasse a realização dos exames necessários (sangramento genital, uso de cremes ou gel vaginal ou relação sexual em intervalo inferior a 72 horas da consulta médica e as que não assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE. As pacientes foram submetidas à anamnese e exame físico, com coleta de material para a realização de citologia, exame a fresco e pesquisa do DNA do Papilomavírus humano (HPV, pela técnica de captura híbrida II. Quando necessário realizou-se a biópsia de colo uterino, guiada pela colposcopia. No teste de significância estatística das diferenças observadas na análise, utilizou-se o teste do qui-quadrado e/ou o teste T de Student, dependendo da natureza dos dados comparados. O nível de significância adotado na análise foi de 5%.                                                          Resultados: A frequência de infecção pelo HPV diagnosticada pela captura híbrida foi de 47,3% para as pacientes adultas e de 35,3% para as adolescentes (p=0,42. A frequência de neoplasia intraepitelial de alto grau foi mais frequente em pacientes adultas, mas as adolescentes apresentaram 19% de neoplasia intraepitelial cervical diagnosticada pela histopatologia. Conclusão: Identificou-se percentual elevado de neoplasia

  2. Programa de prevencao do uso/abuso de alcool para adolescentes em contexto escolar: parar para pensar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Maria Mendes Diniz de Andrade Barroso

    2013-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o efeito do programa Parar Para Pensar na prevenção do uso/abuso de bebidas alcoólicas de adolescentes em contexto escolar. MÉTODO: Realizou-se estudo quasi-experimental, com pré e pós-teste, com 178 participantes, estudantes no 7º ano escolar; o grupo experimental (n = 70 foi sujeito à intervenção durante um ano, e o grupo de controle (n = 108 não sofreu intervenção. Foram utilizados o Questionário de Conhecimentos Acerca do Álcool; Questionário de caracterização dos consumos; Escala de Expectativas Acerca do álcool e Escala de Aptidões Sociais. RESULTADOS: Constatou-se que os adolescentes submetidos ao programa apresentaram evolução positiva nas seguintes variáveis: frequência do consumo e ocorrência de episódios de embriaguez; e, ainda, melhorou os conhecimentos, as expectativas acerca do álcool e a percepção do consumo pelos pares (p < 05. CONCLUSÃO: O programa foi eficaz na estabilização do consumo, no aumento dos conhecimentos, na estabilização das expectativas positivas e na percepção do consumo pelos pares. Sugerem-se novos estudos e manutenção de follow-up para consolidar os resultados encontrados.

  3. Adaptação da escala Brian para uso em crianças e adolescentes: um estudo preliminar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Claudia Mércio Loredo Souza

    2013-01-01

    Full Text Available Introdução: Alterações nos ritmos circadianos tem sido frequentemente observadas entre pacientes com Transtorno do Humor Bipolar (THB. No entanto, existem poucos instrumentos para medi-las e a maioria deles mede exclusivamente distúrbios do sono. A escala BRIAN, validada para adultos com THB, avalia a regularidade dos ritmos biológicos em quatro diferentes aspectos: sono, atividades, social e padrão de alimentação. O objetivo deste estudo piloto foi adaptar a escala BRIAN para uma população de crianças e adolescentes (BRIAN-K e avaliar se o novo instrumento é capaz de detectar diferenças entre pacientes e controles saudáveis. Métodos: Foram avaliados 20 pacientes com THB entre 8-16 anos e 32 controles pareados por sexo e idade. Os sujeitos foram avaliados através de entrevista clínica, K-SADS-PL e testagem cognitiva. A BRIAN-K foi aplicada em ambos os grupos. Resultados: O grupo de pacientes com THB apresentou escores mais altos de alterações em seus ritmos circadianos pelo escore total da BRIAN-K, quando comparados com o grupo controle (p=0,022. Particularmente, maior irregularidade foi observada no domínio “atividades” no grupo de pacientes (p=0,001. Nossos resultados também mostraram uma correlação positiva entre a idade de diagnóstico e o domínio “sono” da BRIAN-K (r = 0,485; p = 0,03. Conclusões: Estes dados preliminares sugerem que a versão BRIAN-K, recentemente adaptada para crianças e adolescentes, é capaz de discriminar pacientes com THB e controles. Futuros estudos com maior tamanho amostral são necessários para determinar a confiabilidade, validade interna e externa do presente instrumento.

  4. APTIDÃO FÍSICA RELACIONADA À PRÁTICA ESPORTIVA EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Schubert

    2016-04-01

    Full Text Available Introdução: Uma das funções da educação física na escola - a promoção de hábitos saudáveis - não vem sendo cumprida. Diante disso, a opção pela participação de crianças e jovens em programas de esportes como estratégia para auxiliar a melhora dos componentes da aptidão física vem sendo amplamente utilizada. Entretanto, ainda não estão claros quais os tipos de modalidades esportivas podem oferecer benefícios de maior magnitude. Objetivo: O objetivo do estudo foi identificar a associação entre os componentes da aptidão física voltados para a saúde e as modalidades esportivas individuais e coletivas em crianças e adolescentes. Método: Para tanto, participaram do estudo 401 sujeitos com idade entre oito e 16 anos. Os componentes da aptidão física foram avaliados por meio da bateria de testes PROESP - 2007. Para a análise dos dados, foram empregados o teste qui-quadrado e a regressão logística binária, a fim de identificar as associações e suas magnitudes. Resultados: Os sujeitos praticantes de modalidades esportivas individuais apresentaram 1,93 e 2,32 vezes mais chance de atingirem valores esperados de aptidão física para o índice de massa corporal e flexibilidade. Por outro lado, os praticantes de modalidades coletivas apresentaram 75% mais chances de atingir os critérios de saúde da capacidade física para força de membros superiores. Conclusão: Dessa forma, é possível concluir que os diversos componentes da aptidão física voltada para a saúde estão associados às modalidades esportivas em crianças e adolescentes.

  5. Perfil do adolescente que tenta suicídio em uma unidade de emergência Perfi del adolescente que intenta suicidio admitido en una unidad de emergencia Profile of adolecent suicide attempters admitted in an emergency unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Avanci

    2005-10-01

    Full Text Available É freqüente o atendimento para tentativa de suicídio em Unidades de Emergência e estudar este fenômeno na adolescência é importante por ser um período de conflitos. Este estudo objetivou traçar um perfil epidemiológico de adolescentes admitidos em uma Unidade de Emergência diagnosticados como Tentativa de Suicídio. Para isso, foram examinados os atendimentos de adolescentes admitidos nesta Unidade, com o diagnóstico referido, no ano de 2002. Os resultados mostraram que 77,8% dos casos pertencem ao sexo feminino, predominância da faixa etária entre 15 e 19 anos, estado civil solteiro, cor branca, estudantes, com residência em bairros de baixo poder aquisitivo, utilizando a ingestão de medicamentos no período diurno, e são semelhantes aos descritos em outros estudos, necessitando assim atenção especial.Unidades de Emergencia frecuentemente atienden a intentos de suicidio y es importante estudiar este fenómeno en la adolescencia, ya que es un período de conflictos. La finalidad de este estudio fue delinear un perfil epidemiológico de adolescentes admitidos en una unidad de emergencia con diagnóstico de intento de suicidio. Por lo tanto, investigamos la atención de adolescentes admitidos en esta Unidad con el diagnóstico referido, en 2002. Los datos mostraron que 77,8% de los casos se refieren al sexo femenino, predominancia de la franja de edad entre 15 y 19 años, estado civil soltero, color blanco, estudiantes, que viven en barrios de bajo poder adquisitivo, utilizando la ingestión de medicamentos en el período diurno. Los hallazgos son semejantes a aquellos descritos en otros estudios y, por consiguiente, necesitan de atención especial.Emergency Units frequently assist suicide attempts. It is important to study this phenomenon in adolescence, since this is a conflict period. This study aimed to outline an epidemiological profile of adolescents admitted in an Emergency Unit, who were diagnosed as suicide attempters

  6. Drogas: famílias que protegem e que expõem adolescentes ao risco Drugs: families that protect and that expose teenagers to risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Lessa Horta

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo tem por objetivo avaliar o consumo de substâncias psicoativas (bebidas alcoólicas, tabaco e drogas ilícitas por adolescentes do município de Pelotas (RS, de acordo com a presença de pai e/ou mãe no domicílio e o hábito de fumar ou não de ambos. MÉTODOS: Foi realizado, em 2002, um estudo transversal na área urbana de Pelotas. Empregou-se amostragem em múltiplos estágios para se obter uma amostra de adolescentes entre 15 e 18 anos de idade. As entrevistas foram realizadas com questionário auto-aplicado. RESULTADOS: A coabitação de pais ou mães e adolescentes parece reduzir significativamente as chances de os adolescentes consumirem tabaco, diminuir discretamente para drogas ilícitas e não tem influência em relação ao consumo de bebidas alcoólicas. CONCLUSÃO: O tabagismo de pais e mães parece aumentar as chances de os adolescentes fumarem. Não houve interação entre as duas variáveis em relação ao consumo de qualquer das substâncias estudadas.OBJECTIVE: This study was aimed to assess the relationship between substance use (alcoholic beverages, smoking and drug use among teenagers and cohabitation with parents, as well as the relationship between substance use and parental smoking. METHODS: In 2002, a cross-sectional survey was carried out in the urban area of Pelotas, southern Brazil. Multi-stage sampling was used to obtain a sample of adolescents aged between 15 and 18 years. Adolescents were interviewed using a self-applied confidential questionnaire. RESULTS: The cohabitation of parents and adolescents significantly reduced the odds ratio of tobacco smoking, but had a lower effect on reducing drugs use and was not related to alcohol intake. CONCLUSION: Parental smoking seems to be related only to adolescent smoking. No interaction was found between the two variables in relation to the consumption of any of studied substances.

  7. Percepção de segurança no bairro e tempo despendido em frente à tela por adolescentes de Curitiba, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Crisley Vanessa Prado

    Full Text Available RESUMO: Objetivo: Analisar a associação entre a percepção de segurança (PS no bairro e o tempo despendido em frente à tela pelos adolescentes e verificar o papel moderador das variáveis sexo, idade e nível socioeconômico nessa relação. Métodos: Trata-se de um estudo transversal, com inquérito escolar realizado em Curitiba, Paraná. Inicialmente foram selecionadas, de modo intencional, seis escolas (três públicas e três privadas, e em seguida foi sorteada uma turma de cada período de ensino (sexto ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio. A PS foi avaliada com a escala NEWS-Y, e o tempo diário despendido em frente à tela foi definido por aquele passado diante da televisão/vídeo/DVD, jogando videogame e utilizando a internet. Modelos de regressão logística multinomial foram utilizados para testar a associação entre a PS e essa atividade, ajustando para as variáveis moderadoras. Resultados: Participaram do estudo 776 adolescentes, com idade entre 11 e 18 anos. A PS relacionada aos crimes foi associada com o uso de videogame por adolescentes mais velhos, no sentido contrário ao esperado (p < 0,05. A PS relacionada ao tráfego de pedestres foi associada inversamente ao uso de videogame por adolescentes de maior nível socioeconômico (p < 0,05. Conclusão: A associação entre PS e tempo despendido em frente à tela é complexa para os adolescentes e difere em relação às variáveis sociodemográficas e o desfecho analisado (televisão/vídeo/DVD, videogame e internet.

  8. Adolescentes em privação de liberdade: as práticas de lazer e seus processos educativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elenice Maria Cammarosano-Onofre

    2013-10-01

    Full Text Available O presente artigo busca contribuir com as discussões existentes em relação ao lazer de adolescentes que cumprem medida socioeducativa de internação na Fundação Casa, em São Paulo/Brasil. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa e os dados foram coletados utilizando análise documental, observação participante e entrevistas semiestruturadas com cinco jovens. Identificaram-se três focos de análise: concepção de lazer; atividades de lazer; processos educativos. Para tal, tomou-se o foco atividades de lazer, sendo analisado antes da privação, durante a internação e durante o cumprimento de sanção disciplinar. O estudo evidencia a relevância da prática social do lazer como possibilidade objetiva de (reinserção do jovem à vida cotidiana, uma vez que se reveste de processos educativos que contribuem com a inclusão social.

  9. Violências percebidas por homens adolescentes na interação afetivo-sexual em dez cidades brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Cecchetto

    2016-01-01

    Full Text Available O presente artigo apresenta as visões de adolescentes do sexo masculino sobre o tema da violência no namoro. A partir de entrevistas e grupos focais realizados em dez cidades brasileiras, entre 2007 e 2009, o texto toma como parâmetro a análise dos significados atribuídos pelos jovens às agressões físicas, psicológicas e sexuais no âmbito dos relacionamentos íntimos. A metodologia do estudo se concentra nos depoimentos de 257 estudantes do sexo masculino, de idades entre 15 e 19 anos, de escolas públicas e privadas do país. Os resultados do estudo mostram que os significados atribuídos ao fenômeno da violência no namoro são recortados por representações rígidas de papéis de gênero, correspondendo às expectativas em relação ao desempenho de homens e mulheres nas relações afetivo-sexuais.

  10. Instrumentos específicos para avaliar a qualidade de vida em crianças e adolescentes com asma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristian Roncada

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar e descrever os instrumentos específicos que avaliam a QVRS de crianças e adolescentes com asma. FONTES DOS DADOS: Realizamos buscas nas bases de dados PubMed, Ovid e LILACS utilizando várias combinações de descritores (MeSH terms, selecionando artigos originais sobre desenvolvimento de questionários específicos de QVRS, publicados em inglês, português ou espanhol, entre 1990 e 2012. SÍNTESE DOS DADOS: Foram identificados 15 instrumentos que preencheram os critérios de inclusão. A maioria dos estudos avaliou confiabilidade mediante consistência interna e/ou reprodutibilidade e/ou sensibilidade às mudanças. A validade foi avaliada mediante a comparação com hígidos (validade discordante ou análise fatorial. CONCLUSÕES: Dos 15 instrumentos, três são os mais utilizados, o PAQLQ, o PedsQL-Asthma e DISABKIDS. Em geral, estes três instrumentos possuem características psicométricas adequadas e são práticos de aplicar, mas apenas o PAQLQ completou a adaptação cultural para o Brasil.

  11. Entrevista de Crianças e Adolescentes em Contexto Policial e Forense: Uma Perspectiva do Desenvolvimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rui Paulo

    2015-09-01

    Full Text Available Conhecer as diferentes etapas do desenvolvimento humano é uma competência essencial para o entrevistador em contexto policial e forense. É imprescindível adaptar a entrevista em função da avaliação das competências da testemunha. Este artigo caracteriza as etapas do desenvolvimento humano ao longo da infância e adolescência, destacando o desenvolvimento da memória e outras competências relevantes para a entrevista de testemunhas. Analisou-se ainda a adequabilidade de várias metodologias utilizadas para este fim, salientando algumas diretrizes fundamentais para a condução de uma boa entrevista. Por fim, focou-se na Entrevista Cognitiva Melhorada enquanto técnica promissora para entrevistar crianças e adolescentes. Pretende-se não apenas rever de forma crítica a literatura existente, mas também construir um guia para os profissionais desta área.

  12. Experiências homossexuais de adolescentes: considerações para o atendimento em saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stella Regina Taquette

    2015-12-01

    Full Text Available Objetivamos conhecer significados das práticas homoafetivas de adolescentes, tendo em vista contextos de vulnerabilidade que envolvem o exercício da sexualidade numa sociedade homofóbica. Realizamos entrevistas com nove rapazes e quatro moças que procuraram atendimento em saúde e relataram experiência homossexual. Para alguns rapazes, a experiência homossexual ocorreu de forma circunstancial, por curiosidade e experimentação; para outros, esteve associada à prostituição, e, para a maioria, relacionou-se à identidade homossexual autodeclarada. Nas moças, dois significados sobressaíram: a atividade homossexual associada ao amor e como possível reação à violência sexual sofrida antes do início da experiência homossexual. Todos os entrevistados revelaram nunca terem sido perguntados ou orientados acerca de homossexualidade nos serviços de saúde. O estudo evidencia a necessidade de uma política de atenção integral à saúde deste público, cuja sexualidade é diversa do padrão hegemônico da sociedade.

  13. Medidas judiciais atinentes à atenção em saúde mental de adolescentes em conflito com a lei

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Henrique Soares

    Full Text Available Com base em uma pesquisa documental realizada na Vara da Infância e Juventude de São Paulo, que continha decisões judiciais determinando o encaminhamento de crianças e adolescentes usuários de substâncias psicoativas para tratamento no campo da saúde mental, este estudo objetivou analisar a orientação das decisões judiciais em relação ao modelo assistencial adotado nos casos concretos: o modelo psiquiátrico clássico ou o modelo de assistência proposto pela reforma psiquiátrica. Os resultados revelaram que, “a priori”, não há uma orientação assistencial definida, havendo a necessidade da análise do caso concreto, especialmente em relação a duas condições essenciais para a determinação do paradigma assistencial no campo da saúde mental adotado nas decisões judiciais: avaliação da esfera territorial dos pacientes e o conhecimento do específico serviço de saúde mental indicado para o tratamento.

  14. Greenhouse evaluation of Bacillus subtilis AP-01 and Trichoderma harzianum AP-001 in controlling tobacco diseases Avaliação em estufa de dois agentes biológicos de controle de doenças do tabaco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monchan Maketon

    2008-06-01

    Full Text Available Two biological control agents, Bacillus subtilis AP-01 (LarminarTM and Trichoderma harzianum AP-001 (TrisanTM alone or/in combination were investigated in controlling three tobacco diseases, including bacterial wilt (Ralstonia solanacearum, damping-off (Pythium aphanidermatum, and frogeye leaf spot (Cercospora nicotiana. Tests were performed in greenhouse by soil sterilization prior to inoculation of the pathogens. Bacterial-wilt and damping off pathogens were drenched first and followed with the biological control agents and for comparison purposes, two chemical fungicides. But for frogeye leaf spot, which is an airborne fungus, a spraying procedure for every treatment including a chemical fungicide was applied instead of drenching. Results showed that neither B. subtilis AP-01 nor T. harzianum AP-001 alone could control the bacterial wilt, but when combined, their controlling capabilities were as effective as a chemical treatment. These results were also similar for damping-off disease when used in combination. In addition, the combined B. subtilis AP-01 and T. harzianum AP-001 resulted in a good frogeye leaf spot control, which was not significantly different from the chemical treatment.Dois agentes de controle biológico, Bacillus subtilis AP-01 (Larminar® e Trichoderma harzianum AP-001 (Trisan® foram avaliados separadamente ou em combinação quanto à capacidade de controlar três doenças do tabaco: murcha bacteriana (bacterial wilt, Ralstonia solanacearum, tombamento de mudas (damping-off, Pythium aphanidermatum, e mancha olho-de-rã (frogeye leaf spot, Cercospora nicotiana. Os testes foram realizados em estufa, esterilizando-se o solo antes da inoculação dos patógenos. Os patógenos causadores da murcha bacteriana e tombamento de mudas foram inicialmente encharcados e acompanhados com os agentes de controle biológico e, para comparação, com um fungicida químico. Para a mancha olho-de-rã, causada por um fungo anem

  15. Versão brasileira do "BITE" para uso em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Christine Cavalcanti Ximenes

    2011-01-01

    Full Text Available El objetivo de este estudio fue traducir al portugués y adaptar el Bulimic Investigatory Test of Edimburg - BITE en una muestra de 109 adolescentes de 12 a 16 años. Se hizo la traducción y la posterior traducción, adaptación cultural, validación y aplicación de la cara escala. Para validar el cuestionario, se obtuvo una coincidencia observada, kappa intra e inter-evaluador y el Alfa de Cronbach. El acuerdo observado y el análisis de kappa de intra e inter-evaluador variaba de buena a excelente (CO - 88,9% a 100% y kappa 0,60 a 1,0. La medida de la alfa de Cronbach indica un alto grado de consistencia interna (0,76, que garantiza la fiabilidad de la escala. La traducción de la BITE - versión para adolescentes mostró una buena equivalencia lingüística, conceptual y la escala, las tasas de proyección de la fiabilidad y la validez de contenido.

  16. SÍNDROMES HIPERTENSIVAS GRAVES – ESTUDO DESCRITIVO COM ADOLESCENTES ATENDIDAS EM MATERNIDADE ESCOLA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andreia Gregório Lima

    2012-01-01

    Full Text Available Estudio exploratorio y descriptivo, con objetivo de analizar los datos clínicos y obstétricos relacionados a síndromes hipertensivos graves en adolescentes asistidas en maternidad escuela de Recife-PE, Brasil. La población fue de 186 adolescentes embarazadas con preeclampsia severa y/o eclampsia entre 2003 y 2008. La edad varió entre 15 y 19 años, eran negras, solteras y con baja escolaridad. La mayoría era primíparas, pero la recurrencia del embarazo fue de 16% de los casos. Realizaran seis o más consultas de prenatal, el embarazo avanzó a término y el tipo de parto más frecuente fue la cesárea. Las comorbidades identificadas fueron alteraciones de volumen del líquido amniótico, cuadros hemorrágicos e infecciosos. Fueron identificados también casos de retraso del crecimiento intrauterino, prematuridad, ictericia, hipoxia y bajo peso al nacer. El embarazo en la adolescencia asociado con los síndromes hipertensivos severos posee relación con complicaciones maternas, fetales y neonatales.

  17. A colaboração entre pares em uma turma de adolescentes aprendendo inglês na escola pública

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edcléia Aparecida BASSO

    2011-07-01

    Full Text Available Neste artigo apresentamos alguns resultados alcançados por meio de uma pesquisa-ação realizada com alunos-adolescentes de escola pública. A análise dos dados foi norteada pela teoria sociocultural, quando, então, objetivamos entender o desenvolvimento daqueles alunos pela linguagem, focalizando as interações estabelecidas entre colegas e entre professor e alunos-adolescentes. Discutimos, especificamente, o construto teórico scaffolding, no viés da colaboração entre pares em atividades orais trabalhadas em sala de aula. Escolhemos como fonte primária para o presente estudo dados coletados por meio de gravações/filmagens de aulas, selecionando e transcrevendo alguns excertos para ilustrar a análise feita. Utilizamos também o diário de campo do aluno-professor-pesquisador. Esses dados revelaram características peculiares e coerentes com a adolescência, fase pela qual os alunos passavam, tais como o desinteresse e apatia nas aulas, e apontaram também ocorrências de situações propícias à colaboração efetiva entre pares (colegas, que poderiam ter propiciado o desenvolvimento de ambos, mas que resultaram, na maioria delas, em aparente fracasso. Entretanto, ficou também evidenciado que, quando a atividade desperta a curiosidade, a motivação do aluno-adolescente, ele se sente recrutado a participar da tarefa. Encerramos o estudo, certos da necessidade de mais pesquisas e estudos na área da Línguística Aplicada que focalizem o aluno-adolescente e seu desenvolvimento pela aprendizagem de uma nova língua no contexto público.

  18. Saúde bucal em meninas adolescentes da Vila Sabiá no município de Sorocaba, São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Regina de Campos Camargo

    2018-01-01

    Full Text Available A adolescência compreende o período da vida que se estende dos 10 aos 19 anos, é uma fase de transformações biopsicossociais profundas. Em decorrência disso, é comum os adolescentes apresentarem comportamentos negligentes em relação aos seus cuidados com saúde e esse período é tido como de risco aumentado para o aparecimento de cárie dentária e outras afecções bucais, devido ao controle precário da placa e menor cuidado com a escovação. Objetivo: Fomentar uma ação educativa visando à redução de riscos aos quais esse segmento populacional encontra-se exposto. Materiais e métodos: Este é um estudo transversal e qualitativo com 10 adolescentes do sexo feminino, na faixa etária de 10 a 14 anos e que fazem parte do grupo que frequenta o Território Jovem, Vila Sabiá, no município de Sorocaba, São Paulo. Utilizaram-se estratégias para formar vínculo com as adolescentes e depois foi avaliado seu conhecimento prévio sobre conceitos importantes como: saúde bucal; placa bacteriana; escovação; fio dental; flúor; sangramento da gengiva; piercing oral e mau hálito. Em seguida foi promovida uma intervenção que visou a aumentar o conhecimento sobre os temas propostos para reduzir os riscos e agravos à saúde oral e geral das adolescentes. Resultados e Conclusões: Percebe-se que houve um ganho incipiente de conhecimento das adolescentes, mas existe a necessidade de um tempo maior para orientá-las de forma a fixarem os conteúdos apresentados. Também é necessário que haja um aproveitamento melhor dos espaços que o território oferece para disseminar informações sobre saúde bucal e, assim, criar vínculo entre os profissionais de odontologia e as adolescentes.

  19. Caracterização de adolescentes do sexo masculino em relação a comportamentos antissociais

    OpenAIRE

    André Vilela Komatsu; Marina Rezende Bazon

    2015-01-01

    El objetivo de este estudio es caracterizar los comportamientosdivergentes e infraccionales en muestras de adolescentes brasileños, compuestas por 133 adolescentesde la población en general, reclutados de las escuelas públicas, y otros 60 adolescentes judicializados,reclutados de programas de medida judicial. Los participantes respondieron a un cuestionario decomportamiento juvenil, incluyendo comportamientos divergentes y delictivos. Resultados: la mayoríade los adolescentes de la población ...

  20. Alterações periodontais associadas às doenças sistêmicas em crianças e adolescentes

    OpenAIRE

    Vieira,Thaís Ribeiral; Péret,Adriana de Castro A.; Péret Filho,Luciano Amédée

    2010-01-01

    OBJETIVO: O objetivo deste estuo foi revisar na literatura a inter-relação entre condições sistêmicas e a ocorrência de doenças periodontais em crianças e adolescentes, destacando-se as manifestações periodontais frequentemente encontradas. FONTES DE DADOS: Artigos indexados nas bases de dados Medline, Lilacs e Bibliografia Brasileira em Odontologia, nos últimos 20 anos, além de referências clássicas. As palavraschave utilizadas foram: "doença periodontal", "periodontite", "doenças sistêmicas...

  1. Sibilância em crianças e adolescentes vizinhos a uma indústria petroquímica no Rio Grande do Norte, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Claudia Lopes de Moraes

    2010-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a associação entre relato de sibilância em crianças e adolescentes e o local de residência em relação à dispersão dos poluentes atmosféricos emitidos pelo Pólo Petroquímico (PPQ de Guamaré (RN. MÉTODOS: Estudo transversal de relato de sibilância em crianças e adolescentes de 0 a 14 anos de idade, residentes no entorno do PPQ de Guamaré, em 2006. Foi utilizado o questionário padronizado do International Study of Asthma and Allergies in Childhood, acrescido de questões relativas ao tabagismo, renda, moradia e escolaridade. Concentrações diárias de PM10, PM2,5, carbono grafítico, SO2, NO2, O3, benzeno, tolueno e xilenos foram medidas em uma estação de monitoramento fixa. As comunidades residentes na área de influência das emissões do PPQ foram classificadas, segundo a direção preferencial dos ventos, em expostas e de referência. RESULTADOS: Participaram do estudo 209 crianças e adolescentes. As concentrações médias diárias dos poluentes monitorados mantiveram-se abaixo dos limites estabelecidos nos padrões de qualidade do ar. A prevalência de sibilos nos últimos 12 meses foi de 27,3%. Associações estatisticamente significantes com sibilos nos últimos 12 meses foram verificadas mesmo após ajustamentos para comunidades expostas [razão de chances (odds ratio, ORajust = 2,01; intervalo de confiança de 95% (IC95% 1,01-4,01], gênero masculino (ORajust = 2,50; IC95% 1,21-5,18 e idade de 0 a 6 anos (ORajust = 5,00; IC95% 2,41-10,39. CONCLUSÃO: Mesmo em baixas concentrações de poluentes atmosféricos, a ocorrência de sintomas respiratórios em crianças e adolescentes nas comunidades no entorno de um PPQ esteve associada a residência na direção preferencial dos ventos, mostrando-se mais vulnerável o grupo de pré-escolares do gênero masculino.

  2. Epidemiologia da escoliose idiopática do adolescente em alunos da rede pública de Goiânia-GO

    OpenAIRE

    Souza,Fabiano Inácio de; Ferreira,Rodrigo Borges Di; Labres,Daniel; Elias,Rafael; Sousa,Ana Patrícia Miranda de; Pereira,Rafaela Ernesto

    2013-01-01

    OBJETIVO: Pesquisar a prevalência da escoliose idiopática do adolescente em escolares de 10 a 14 anos da rede pública de ensino de Goiânia, GO, Brasil. MÉTODOS: Estudo transversal, foram sorteados 476 alunos de cinco escolas municipais, de um total de 33.343 alunos distribuídos em 162 escolas. Estes indivíduos receberam o termo de consentimento previamente, retornando com o mesmo assinado pelos pais no dia do exame físico. Avaliou-se a simetria dos ombros, das escápulas, do triângulo de talhe...

  3. Associação entre medidas antropométricas e fatores de risco cardiovascular em crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miria Suzana Burgos

    2013-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A obesidade tem sido identificada como importante fator de risco no desenvolvimento de doenças cardiovasculares, porém outros fatores exercem influência, combinados ou não à obesidade, e devem ser considerados na estratificação de risco cardiovascular em pediatria. OBJETIVO: Analisar a associação entre medidas antropométricas e fatores de risco cardiovascular, investigar os determinantes para as mudanças da pressão arterial (PA e propor uma equação de predição para circunferência de cintura (CC em crianças e adolescentes. MÉTODOS: Foram avaliadas 1.950 crianças e adolescentes, com idade entre 7-18 anos. Foi investigada a gordura visceral pela CC e a relação cintura-quadril, PA e índice de massa corporal (IMC. Em uma subamostra selecionada aleatoriamente desses voluntários (n = 578, foram medidos o colesterol total, a glicemia e os triglicerídeos. RESULTADOS: A CC se correlacionou positivamente com o IMC (r = 0,85; p < 0,001 e a PA (PAS r = 0,45 e PAD = 0,37; p < 0,001. A glicemia e os triglicerídeos apresentaram correlação fraca com a CC (r = 0,110; p = 0,008 e r = 0,201; p < 0,001, respectivamente. O colesterol total não se correlacionou com nenhuma variável. Idade, IMC e CC foram preditores significativos nos modelos de regressão para PA (p < 0,001. Propõe-se uma equação de predição da CC para crianças e adolescentes: meninos: y = 17,243 + 0,316 (altura em cm; meninas: y = 25,197 + 0,256 (altura em cm. CONCLUSÃO: A CC está associada com fatores de risco cardiovascular e apresenta-se como fator preditor de risco para hipertensão em crianças e adolescentes. A equação de predição para CC proposta em nosso estudo deve ser testada em futuros trabalhos.

  4. Detecção de hipertensão arterial em adolescentes através de marcadores gerais e adiposidade abdominal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego G. D Christofaro

    2011-06-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A obesidade está ligada à hipertensão arterial (HA na infância. Entretanto, o papel da gordura como preditor de HA em adolescentes permanece desconhecido. OBJETIVO: Investigar a associação entre obesidade geral e abdominal com HA e identificar a sensibilidade e especificidade desses indicadores para detectar HA em adolescentes. MÉTODOS: A amostra consistiu em 1.021 adolescentes com idade de 10-17 anos. Os indivíduos foram classificados como normal, sobrepeso/obesidade, de acordo com as medidas do IMC, e como não-obeso com obesidade abdominal, de acordo com as medidas da circunferência da cintura (CC. A pressão arterial sistólica (PAS e diastólica (PAD foi avaliada através de um dispositivo oscilométrico. Regressão logística e curvas ROC foram usadas na análise estatística. RESULTADOS: A prevalência geral de HA foi 11,8% (13,4% em meninos e 10,2% em meninas. A prevalência de HA em meninos e meninas com sobrepeso/obesidade foi 10% e 11,1%, respectivamente. A prevalência de HA em meninos com obesidade abdominal foi 28,6%. Para ambos os sexos, o odds ratio (OR para HA foi mais alto na obesidade abdominal do que no sobrepeso/obesidade geral (4,09 [OR IC95% = 2,57-6,51] versus 1,83 [OR IC95% = 1,83-4,30]. O OR para HA foi mais alto quando sobrepeso/obesidade geral e obesidade abdominal estavam agrupados (OR = 4,35 [OR IC95% = 2,68 -7,05], do que quando identificados como sobrepeso/obesidade geral ou obesidade abdominal apenas (OR = 1,32 [OR IC95% = 0,65- 2,68]. Entretanto, ambos os tipos de obesidade apresentavam baixo poder preditivo na detecção de HA. CONCLUSÃO: Obesidade geral e obesidade abdominal foram associadas com HA; entretanto, a sensibilidade e especificidade dessas variáveis na detecção de HA são baixas em adolescentes brasileiros.

  5. Marcadores reduzidos para a avaliação da personalidade em adolescentes Marcadores reducidos para la evaluación de la personalidad en adolescentes Brazilian mini-markers for assessing personality in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson Hauck Filho

    2012-08-01

    Full Text Available Os Marcadores Reduzidos para a Avaliação da Personalidade mensuram os Cinco Grandes Fatores (CGF mediante 25 adjetivos comumente utilizados para descrever diferenças individuais em português brasileiro. Contudo, até o momento, suas propriedades psicométricas com adolescentes não haviam sido investigadas. Dessa maneira, o presente estudo teve como objetivo avaliar a estrutura fatorial do instrumento em duas amostras de estudantes adolescentes. O primeiro estudo contou com 208 estudantes escolares (média de idades=15,97; DP=1,00. Análises de componentes principais do instrumento revelaram uma estrutura de cinco componentes oblíquos com apenas 20 marcadores. Esse modelo foi testado em uma segunda amostra com 280 estudantes (média de idades=15,53; DP=1,00 de forma confirmatória contra modelos alternativos. Os índices de ajuste também favoreceram um modelo de cinco fatores oblíquos. Os resultados, em conjunto, sugerem a adequação de uma versão do instrumento com apenas 20 marcadores para uso com adolescentes.Los Marcadores Reducidos para la Evaluación de la Personalidad mensuran los Cinco Grandes Factores (CGF mediante 25 adjetivos comúnmente utilizados para describir diferencias individuales en portugués brasileño. Todavía, hasta ahora, sus propiedades psicométricas con adolescentes no habían sido investigadas. De esa manera, el presente estudio tuvo como objetivo evaluar la estructura factorial del instrumento en dos muestras de estudiantes adolescentes. El primer estudio contó con 208 estudiantes (promedio de edades=15,97; DP=1,00. Análisis de componentes principales del instrumento revelaron una estructura de cinco componentes oblicuos con apenas 20 marcadores. Ese modelo fue testado en una segunda muestra con 280 estudiantes (promedio de edades=15,53; DP=1,00 de forma confirmatoria contra modelos alternativos. Los índices de ajuste también favorecieron un modelo de cinco factores oblicuos. Los resultados, en conjunto

  6. Hepatocarcinoma como causa de abdome agudo em adolescente: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Augusto dos Santos Martines

    2012-08-01

    Full Text Available O carcinoma hepatocelular (CHC é pouco prevalente nos países ocidentais, porém é um dos tumores mais freqüentes na Ásia e a quinta causa de câncer no mundo.É relatado um caso de adolescente do sexo feminino sem fatores de risco para um tumor extremamente agressivo, internada no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo. A apresentação clínica foi de abdome agudo secundário a sangramento para cavidade peritoneal por ruptura do tumor evidenciado através de tomografia computorizada multidetectores (TCMD confirmado por laparotomia exploradora e biópsia hepática e tratada com rafia hemostática do parênquima hepático.

  7. Prevalence and factors associated with alcohol use among pregnant adolescents Prevalencia y factores asociados al uso de alcohol en adolescentes embarazadas Prevalência e fatores associados ao uso de álcool em adolescentes grávidas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Uchôa Portela Veloso

    2013-02-01

    : el estudio apunta una prevalencia de 32,4% para el uso de alcohol en el embarazo de adolescentes. De estas 36,1% poseen puntaje compatible con el uso de riesgo. Los factores asociados a mayor riesgo de uso de alcohol en el embarazo son: no poseer compañero, renta inferior a 1 salario mínimo, no tener religión, realizar hasta 3 consultas de prenatal, haber sufrido violencia y uso de alcohol en embarazos anteriores. CONCLUSIÓN: se identificó una alta prevalencia del consumo de alcohol en adolescentes embarazadas y diversos factores de riesgo que participan de este proceso. Estos datos reflejan la necesidad de que el enfermero utilice tecnologías de rastreo del consumo de alcohol en el período de embarazo y utilice estrategias de promoción de la salud en grupos de adolescentes.OBJETIVO: identificar o uso de álcool e os fatores associados em adolescentes grávidas do município de Teresina, PI. MÉTODO: trata-se de estudo transversal com 256 adolescentes grávidas, cujos dados obtidos foram por meio de formulários com questões referentes às variáveis socioeconômicas, gestacionais e características do consumo de álcool e aplicação do Alcohol Use Desorders Identification Test, instrumento desenvolvido pela Organização Mundial de Saúde, para rastreio do uso excessivo de álcool. Realizou-se análise estatística descritiva, teste qui-quadrado e Odds Ratio. RESULTADOS: o estudo aponta prevalência de 32,4% para o uso de álcool na gestação em adolescentes. Dessas, 36,1% possuíam escore compatível com uso de risco. Os fatores associados ao maior risco de uso de álcool na gestação são: não possuir companheiro, renda inferior a 1 salário-mínimo, não ter religião, realizar até 3 consultas de pré-natal, ter sofrido violência e uso de álcool em gestações anteriores. CONCLUSÃO: identificou-se alta prevalência do consumo de álcool em adolescentes grávidas e diversos fatores de risco envolvidos nesse processo. Esses dados refletem a

  8. Insatisfação corporal e transtornos mentais comuns em adolescentes Insatisfacción corporal y trastornos mentales comunes en adolescentes Body dissatisfaction and common mental disorders in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda de Azevedo Marques

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a prevalência de insatisfação corporal em adolescentes e sua associação com fatores socioeconômicos, comportamentais, antropométricos e psicossociais, em especial a presença de transtornos mentais comuns. MÉTODOS: Foram estudados adolescentes de uma escola de Itajaí, nos quais foram realizadas medidas antropométricas para análise do índice de massa corpórea. Aplicou-se um questionário sobre dados pessoais e transtornos mentais comuns. O desfecho principal foi a presença da insatisfação corporal, sendo a análise ajustada dos fatores associados realizada por meio da regressão de Poisson. As razões de prevalência e seus respectivos intervalos de confiança de 95% (IC95% foram calculados. RESULTADOS: Foram avaliados 214 adolescentes (77,5% com idade média de 12,4 anos e predomínio do sexo feminino (65,4%. A maioria dos adolescentes avaliados foi classificada como eutrófica (79,4% e 28,0% deles apresentaram escores indicativos de transtornos mentais comuns. A prevalência de insatisfação corporal foi de 74,3%, (IC95% 67,9-80,0. Dentre os fatores associados ao desfecho, destacaram-se: menor escolaridade materna, obesidade abdominal, percepção do estado nutricional como acima ou abaixo do peso, interferência da forma física em atividades diárias e relacionamentos. A presença de transtornos mentais comuns esteve associada, após análise ajustada, ao nível de 6,6% à insatisfação corporal. CONCLUSÕES: A maioria dos adolescentes possuía índice de massa corporal e circunferência da cintura dentro da normalidade; entretanto, grande parte relatou insatisfação com a imagem corporal, em ambos os sexos. Variáveis maternas e comportamentos relacionados ao peso corporal estiveram associados ao desfecho. Para transtornos mentais comuns, a associação foi próxima ao limiar de significância adotado.OBJETIVO: Verificar la prevalencia de insatisfacción corporal en adolescentes y su asociación con

  9. A ESCOLA E O ADOLESCENTE EM CONFLITO COM A LEI: DESVELANDO AS TRAMAS DE UMA DIFÍCIL RELAÇÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliseu de Oliveira Cunha

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO: O presente artigo teórico propõe-se a elencar e discutir possíveis razões da inamistosidade que, de modo geral, tem caracterizado a relação entre a escola e o adolescente em conflito com a lei no Brasil. Para tanto, empreendeu-se uma cuidadosa busca na literatura pertinente ao tema no intuito de desinvisibilizar e analisar criticamente os processos histórico-sociais dos quais essa tendência é tributária. O histórico alinhamento da escola com a cultura das classes abastadas, correlato à sua típica repulsa pelos estratos populares, revelou-se a espinha dorsal do fenômeno, uma vez que a maioria dos adolescentes em questão advém dessa classe social, sendo alvo privilegiado dos preconceitos, estigmas e estereótipos tipicamente atribuídos aos jovens de baixa renda. Para a atenuação desse quadro, a requalificação das práticas escolares para um efetivo acolhimento do adolescente mostra-se imprescindível.

  10. Distúrbios alimentares em adolescentes em Belo Horizonte e sua associação com erosão e cárie dentária

    OpenAIRE

    Ana Paula Brazileiro Vilar Hermont

    2012-01-01

    O cirurgião-dentista pode ser o primeiro profissional a suspeitar da ocorrência de distúrbios alimentares como a bulimia, devido aos sinais e sintomas da erosão e cárie dentária resultantes de um ambiente bucal cronicamente ácido e de uma dieta rica em carboidratos, respectivamente. Diante disso, realizou-se um estudo transversal controlado objetivando avaliar a ocorrência de erosão e cárie dentária em adolescentes em risco de estarem sofrendo de distúrbios alimentares e compará-la àquela de ...

  11. Exploração vocacional em adolescentes: avaliação de uma intervenção em classe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martina Königstedt

    2010-12-01

    Full Text Available Analisa-se o impacto de uma intervenção psicológica na exploração e tomada de decisão vocacional em adolescentes portugueses. Em contexto curricular e de classe, desenvolveram-se actividades de exploração do meio e do Eu com 39 alunos e 43 alunas do 9º ano, entre 13 e 17 anos (M=14,4, DP=0,95. Em um design pré/pós-teste, aplicaram-se o Career Exploration Survey (CES e o Career Decision Difficulties Questionnaire (CDDQ. Os resultados do teste do sinal evidenciaram ganhos significativos (p<0,01 nas dimensões de exploração e diminuição significativa da falta de informação profissional (p<0,01 e do total das dificuldades de decisão (p<0,05. Observou-se um padrão de correlações negativas (ró de Spearman entre as duas medidas vocacionais, evidenciando uma relação entre a informação explorada na intervenção e a diminuição das dificuldades de decisão por falta de motivação. Em geral, os resultados suportam a importância do papel da exploração da carreira na diminuição das dificuldades de tomada de decisão.

  12. CONSENSO CULTURAL SOBRE EL INTENTO DE SUICIDIO EN ADOLESCENTES/ CULTURAL CONSENSUS REGARDING SUICIDE ATTEMPTS IN ADOLESCENTS/ CONSENSO CULTURAL SOBRE TENTATIVA DE SUICÍDIO EM ADOLESCENTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Ignacio Cruz Gaitán

    2011-12-01

    Full Text Available Este estudio buscó identificar la estructura semántica del dominio cultural, el promedio de conocimiento y el grado de consenso cultural manifestado por los adolescentes sobre el intento de suicidio. Fue un estudio cualitativo de listas libres, con un muestreo propositivo no aleatorizado de 27 adolescentes entre 13 y 18 años. Los resultados evidenciaron un solo modelo semántico. En lo estructural se identificó el problema familiar como una causa importante del intento suicida; las categorías depresión y tristeza se consideraron como signos y síntomas previos a esta tentativa y no como causas. Como estrategias de prevención, se consideró recibir información mediante pláticas o establecer conversaciones sobre los problemas. Este modelo permite proponer estrategias de prevención que privilegien el núcleo familiar.

  13. Sintomas depressivos e uso de Cannabis em adolescentes Síntomas depresivos en adolescentes usuarios de Cannabis Depressive symptoms in young Cannabis users

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Moraes Ramos Andrade

    2008-09-01

    Full Text Available A depressão é um dos transtornos psiquiátricos mais comuns na adolescência. Os quadros depressivos costumam apresentar elevadas taxas de comorbidades psiquiátricas, sendo freqüente o abuso de substâncias psicoativas. O artigo investiga a associação dos sintomas depressivos e o uso da cannabis. MÉTODO: Revisão sistemática, análise dos artigos indexados no Medline, PsycInfo, ProQuest, Web of Science e Lilacs, entre 2000 e 2005, descritores: depressive symptoms, depressive, adolescence, teenager e cannabis. RESULTADOS: Revisados 36 artigos completos, resultando no estudo de 9 artigos, que tratam de sintomas depressivos ou depressão e o uso ou dependência de cannabis em adolescentes. Os estudos confirmam a associação entre sintomas depressivos e o uso de cannabis na adolescência, sendo esta associação mais freqüente no uso precoce e regular de cannabis. CONCLUSÃO: Os sintomas depressivos/depressão estão relacionados ao uso/abuso e dependência de cannabis na adolescência. A investigação clínica e os programas de prevenção devem abordar estes transtornos na adolescência.Este artículo busca investigar la asociación de los síntomas depresivos y el uso de cannabis en la adolescencia. MÉTODO: Ha sido realizado, a través de revisión sistemática, el análisis de los artículos indexados localizados en los sistemas Medline, PsycInfo, ProQuest, Web of Science y Lilacs, entre 2000 y 2005, utilizando los descriptores: depressive symptoms, depressive, adolescence, teenager y cannabis. RESULTADOS: La mayoría de los estudios confirma existir una asociación entre síntomas depresivos y el uso de cannabis en la adolescencia, cabe destacar que esta asociación es más frecuente en el uso precoz y regular de cañabais. CONCLUSIÓN: Los síntomas depresivos/Depresión están relacionados al uso/abuso y dependencia de cañabais en la adolescencia, siendo entonces importante que estas variables puedan ser investigadas en la pr

  14. O flúor tópico na redução da cárie dental em adolescentes de Salvador - BA, 1996

    OpenAIRE

    Cangussu, Maria Cristina Teixeira; Costa, Maria da Conceição Nascimento

    2001-01-01

    Os objetivos deste trabalho foram: descrever a experiência de cárie dental em adolescentes de 12 a 20 anos de Salvador - BA e testar a associação entre a severidade da cárie e o uso do flúor tópico na forma de gel ou bochechos. Realizou-se um estudo transversal e análise de regressão logística não condicional, pelo método "backward", com uma amostra de 493 adolescentes escolares do Distrito Sanitário Barra-Rio Vermelho. As variáveis de desenho foram obtidas a partir de questionário semi-estru...

  15. Efeito das tentativas de educação individualizada de uma enfermeira no aumento da capacidade do autocuidado em adolescentes

    OpenAIRE

    Ergün,Sibel; Conk,Zeynep

    2011-01-01

    OBJETIVO: Aumentar o exercício independente da capacidade de autocuidado em adolescentes que estão no último ano do ensino básico. MÉTODO: Este estudo, do tipo quasi-experimental, foi realizado com 58 alunos. Os dados para a pesquisa foram obtidos por meio da coleta de dados sócio demográficos para adolescentes e de três questionários para determinar, respectivamente, os níveis de autocuidado,a "informação maternal" e o nível de conhecimento da mãe, assim como folhetos de educação para adoles...

  16. Prevalência de cefaleia em adolescentes e associação com uso de computador e jogos eletrônicos

    OpenAIRE

    Michelle Katherine Andrade Xavier; Ana Carolina Rodarti Pitangui; Georgia Rodrigues Reis Silva; Valéria Mayaly Alves de Oliveira; Natália Barros Beltrão; Rodrigo Cappato de Araújo

    2015-01-01

    Este estudo objetivou verificar a prevalência de cefaleia em adolescentes e sua associação com o uso excessivo de computador e jogos eletrônicos. A amostra foi composta por 954 adolescentes (14 a 19 anos), de ambos os sexos, que responderam ao questionário sobre uso de computadores e jogos eletrônicos, presença de cefaleia e atividade física. Foi utilizada a regressão logística binária e multinomial, com nível de significância de 5%. Evidenciou-se alta prevalência de cefaleia (80,6%) e elevad...

  17. Prevalência do uso de drogas e desempenho escolar entre adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tavares Beatriz Franck

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência do uso de drogas entre adolescentes de escolas com segundo grau. MÉTODOS: Com base em um delineamento transversal, foi realizado estudo em 1998 , em Pelotas, RS. Um questionário anônimo, auto-aplicado em sala de aula, foi respondido por uma amostra proporcional de estudantes com idade entre 10 e 19 anos, matriculados no primeiro grau (a partir da 5ª série e no segundo grau, em todas as escolas públicas e particulares na zona urbana do município que tinham segundo grau. Realizou-se até três revisitas para aplicação aos alunos ausentes. RESULTADOS: Foram entrevistados 2.410 estudantes e o índice de perdas foi de 8%. As substâncias mais consumidas, alguma vez na vida, foram álcool (86,8%, tabaco (41,0%, maconha (13,9%, solventes (11,6%, ansiolíticos (8,0%, anfetamínicos (4,3% e cocaína (3,2%. Os meninos usaram mais do que as meninas maconha, solventes e cocaína, enquanto elas usaram mais ansiolíticos e anfetamínicos. Uso no mês, uso freqüente, uso pesado e intoxicações por álcool foram mais prevalentes entre os meninos. Após controle para fatores de confusão, permaneceu positiva a associação entre uso de drogas (exceto álcool e tabaco e turno escolar noturno, maior número de faltas à escola no mês anterior e maior número de reprovações escolares. CONCLUSÕES: A prevalência de experimentação de drogas em adolescentes escolares é alta, sendo importante detectar precocemente grupos de risco e desenvolver políticas de prevenção do abuso e dependência dessas substâncias.

  18. Prevalência da abstinência ao tabaco de pacientes tratados em unidades de saúde e fatores relacionados The prevalence of abstinence from tobacco in patients treated in health units and related factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Coutinho Sattler

    2013-01-01

    Full Text Available O objetivo é conhecer a prevalência e identificar as variáveis relacionadas com a abstinência do tabaco em pacientes tratados nos Grupos de Apoio Terapêutico ao Tabagista (GATT em unidades de saúde do município de Vitória (ES, no ano de 2009. Estudo transversal com 160 participantes do GATT que participaram de 75% das sessões. Realizada entrevista por telefone, 9 a 20 meses após o tratamento, e usado dados secundários do roteiro de entrevista inicial. Na análise estatística, foram utilizados os testes qui-quadrado e Fisher. A significância estatística foi 5%. Eram abstinentes 28,7%, recaíram 51,9% e 19,4% não pararam de fumar. Houve diferença estatística entre os grupos nas variáveis estado civil (0,039, tentativas anteriores para parar de fumar (0,029, quantidade de cigarros fumados por dia (0,019, uso de fármacos (0,001 e transtorno do humor referidos (0,040. O grupo de abstinente teve mais casados, tentou mais vezes parar de fumar, fumou menos cigarro/dia, apresentou menos ansiedade/alteração do humor. A abstinência foi semelhante a outros estudos e o maior percentual de sujeitos recaiu.The scope of this study is to discover the prevalence and identify the variables related to tobacco abstinence in patients treated for quitting smoking through group therapy or support groups in primary health care units of the municipality of Vitória, State of Espirito Santo, in the year of 2009. A cross-sectional study was performed with 160 participants of the support groups who participated in 75% of the sessions. Telephone interviews were conducted 9 to 20 months after treatment and secondary data from the text of the initial interview were used. Chi-square and Fischer tests were used in statistical analysis and the statistical significance was 5%. It was found that 28.7% were abstainers, 51.9% had relapsed and 19.4% never stopped smoking. There was a statistical difference between the groups in the variables of marital status (0

  19. Frequência de comportamentos alimentares inadequados e sua relação com a insatisfação corporal em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Araújo Bertulino da Silva

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a relação entre a frequência de insatisfação com a imagem corporal e a presença de sintomas de transtornos alimentares em adolescentes. MÉTODOS: O estudo foi realizado com uma amostra de 300 adolescentes, de ambos os sexos, na faixa etária de 10 a 17 anos, estudantes de uma escola pública estadual da cidade do Recife, Brasil. Foram utilizadas as versões brasileiras para adolescentes de três escalas autoaplicativas (EAT-26, BITE e BSQ, além de um questionário contendo dados biodemográficos. RESULTADOS: A frequência de sintomas de transtornos alimentares detectada pelo EAT-26 foi de 32,3%; 2,3% para comportamentos sugestivos de bulimia nervosa, por meio da escala BITE, tendo 36,67% dos alunos apresentado padrão alimentar não usual; 5,6% apresentaram insatisfação com a imagem corporal; 8,6% demonstraram tendência à preocupação com a insatisfação com a imagem corporal e 17,6% apresentaram leve insatisfação, além de 66,3%, que mostraram normalidade em relação à sua forma corporal. CONCLUSÃO: Os adolescentes apresentaram níveis de alteração na autoimagem corporal, com alta frequência de insatisfação da imagem corporal, podendo apresentar associação com comportamentos alimentares inadequados.

  20. Frequência de adesão aos "10 Passos para uma Alimentação Saudável" em escolares adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shanda de Freitas Couto

    2014-05-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar a frequência de adesão aos "10 Passos para uma Alimentação Saudável" do Ministério da Saúde, em adolescentes de escolas de Ensino médio de Pelotas (RS. Foi realizado um estudo transversal de base escolar incluindo 1233 adolescentes de 13 a 19 anos. A frequência de cada passo foi coletada através de um questionário de frequência de consumo de alguns alimentos e outros aspectos contidos nos "10 Passos". A média de passos alcançados foi de 1,8. Ressalta-se que nenhum adolescente aderiu a todos os passos recomendados A maior frequência de adesão foi encontrada no passo 4, referente ao consumo de arroz e feijão; e menores frequência de adesão nos passos 7, referentes ao consumo de refrigerantes, sucos industrializados, doces e guloseimas, e passo 3, relativo ao consumo de Frutas/legumes/hortaliças. A adesão aos "10 passos para uma alimentação saudável" pelos adolescentes foi muito baixa. Considerando a importância de uma alimentação saudável na adolescência, recomenda-se maior investimento em políticas públicas na área de alimentação e nutrição.

  1. Instituições de atendimento socioeducativo à adolescentes em situação de risco do Distrito Federal: panorama e perspectivas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alves, Paola Biasoli

    2007-01-01

    Full Text Available Apresenta-se o perfil das instituições de atendimento a crianças e adolescentes em situação de risco psicossocial em Ceilândia e Taguatinga. Foram pesquisadas vinte e uma instituições por meio da aplicação de um roteiro de entrevista estruturado com diretores/coordenadores. Evidenciou-se que: a as instituições atendem as crianças e adolescentes, sem trabalhos específicos para suas famílias ou comunidades; b 71% delas funciona na perspectiva filatrópica religiosa; c busca-se o alcance da promoção da cidadania, o cuidado profissionalizante e o apoio sócio-educativo, contudo, não há projetos pedagógicos específicos; d a atuação baseia-se em valores tradicionais, dificultando a compreensão contextual da realidade vivida pelos usuários e suas famílias. Conclui-se a necessidade do comprometimento social e político, bem como com a formação continuada dos técnicos e educadores envolvidos nas atividades institucionais, a sensibilização da comunidade em que as instituições atuam, assim como a busca incessante por parcerias que ofereçam sustentabilidade econômica e humana aos projetos desejados

  2. Relatos de experiência homossexual em adolescentes masculinos Reports on homosexual experience in male adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stella R. Taquette

    2005-04-01

    Full Text Available Na adolescência costuma ocorrer o primeiro contato sexual genital. Ao pesquisarmos a sexualidade dos adolescentes masculinos atendidos no NESA-UERJ, constatamos que 20,3% dos sexualmente ativos já tinham tido experiências homossexuais. Este artigo visa investigar as características desses rapazes que se relacionaram sexualmente com outros homens. Realizamos um estudo transversal, através de entrevistas com adolescentes atendidos no NESA, escolhidos aleatoriamente. Entrevistamos 105 rapazes, sendo 64 com experiência sexual e dentre eles, 13 (20,3% já tinham se relacionado sexualmente com homens. Entre esses últimos, apenas dois (15,4% se consideravam homossexuais e três (23,1% bissexuais. A maioria teve o primeiro coito com mulheres (69,2% e 46,2% do total dos rapazes (n=13 se prostituíram com homens. Encontramos uma associação significativa (pThe first genital contact occurs during adolescence. While studying the sexuality of male adolescents seen in NESA-UERJ, we found out that within the boys whom had started having sex, 20,3% have had homosexual experience. This article aims to analyze the characteristics of those boys whom have had sex with others men. We performed a cross-sectional study randomly interviewing male adolescents in NESA. We interviewed 105 male adolescents, where 64 of those have had sexual relationships. Within those 64, 13 (20,3% have already had sexual contact with another male. Within those 13 adolescents, only two (15,4% considered themselves as being homosexuals and three (23,1% bisexuals. The great majority (69,2% had their first sexual relationship with females and 46,2% of the all boys (n=13 had sex with males for money. There was a significant association (p<0,05 between homosexuality and prostitution. There was not any significant difference between homosexual relationship and the following variables: number of partners greater than two, condom use and being diagnosed with STD. We concluded that the

  3. O impacto da obesidade na percepção do autoconceito em crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helio Serassuelo Junior

    2015-02-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2015v17n2p165   O objetivo do presente estudo foi investigar se crianças e/ou adolescentes com excesso de peso apresentam uma percepção negativa do seu autoconceito. Participaram do estudo 785 escolares, 410 meninas (11,44±1,84 anos. A distribuição da amostra nos grupos peso normal, sobrepeso e obesidade foi realizada pelo critério de IMC proposto por Cole et al. (2000, as características socioeconômicas, ABEP (2010 e o autoconceito inventário Piers-Harris 2. Os resultados demonstram que para variável autoconceito total, ambos os grupos estão dentro da média preconizada pelo inventário, porém os menores valores observados para esta variável estão localizados no grupo obeso em ambos os sexos. A partir de previsores específicos, IMC, idade, os meninos obesos apresentaram um efeito significativo de 2,6 vezes mais chances em apresentar desequilíbrio na variável ajuste de comportamento e 3,1 vezes mais chance para a variável livre de ansiedade, significativamente comparados ao grupo com peso normal, independente da idade, NSE e cor da pele. Para as meninas, o grupo obeso apresentou entre 2,0 e 2,7 vezes mais chance de desequilíbrio para as variáveis TOT, Status Intelectual, Popularidade e Felicidade, comparado ao grupo com peso normal, independente do efeito da idade, NSE e cor da pele. Os resultados encontrados demonstram existir impacto negativo na percepção do autoconceito total e suas dimensões, condicionado pelo sobrepeso e obesidade.

  4. QUEMERINA E FATORES RELACIONADOS AO RISCO CARDIOVASCULAR EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Sequeira Fontes

    2018-01-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Sintetizar os achados sobre a quemerina e os fatores relacionados ao risco cardiovascular em crianças e adolescentes. Fontes de dados: Realizou-se uma revisão sistemática de acordo com os itens propostos pela diretriz PRISMA nas bases de dados PubMed, Science Direct e Lilacs. Utilizaram-se os descritores chemerin de forma associada a children e adolescent, sem limite de tempo. A pesquisa limitou-se a artigos originais realizados com seres humanos, em língua inglesa, excluindo-se a população adulta e idosa, assim como os artigos de revisão, comunicação breve, cartas e editoriais. Síntese dos dados: Após análise dos estudos por dois revisores, de forma independente, segundo os critérios de elegibilidade, permaneceram na revisão sete artigos, publicados entre 2012 e 2016. Foram incluídos estudos de delineamento transversal, prospectivo, coorte e caso-controle. A importância da adipocina quemerina nos fatores de risco para doenças cardiovasculares é demonstrada por meio de sua associação com obesidade e diabetes melito, assim como com parâmetros clínicos, antropométricos e bioquímicos. Entretanto, a força da evidência dos estudos é relativamente baixa, em função da heterogeneidade das publicações, destacando-se como limitações o número reduzido das amostras e sua ausência de representatividade, a falta de padronização dos métodos de dosagem, o delineamento transversal de grande parte dos estudos e a impossibilidade de extrapolação dos resultados. Conclusões: A desregulação da quemerina provocada pelo aumento de tecido adiposo pode contribuir para o aparecimento de doenças cardiovasculares, sugerindo que tal adipocina tem papel relevante na identificação precoce de indivíduos em risco.

  5. Adolescentes em conflito com a lei: percepções sobre a família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Lüdke Nardi

    Full Text Available Este artigo apresenta três estudos de caso de adolescentes autores de ato infracional, enfocando suas percepções sobre a família. Os instrumentos utilizados foram uma entrevista semiestruturada, o genograma e o Family System Test (FAST. Os resultados do FAST revelaram estruturas familiares instáveis e desequilibradas, com coesão variando entre baixa e média e hierarquia de baixa a alta. A partir dos instrumentos utilizados foi observado que a mãe e as irmãs foram percebidas como figuras de apoio presentes ao longo do desenvolvimento, representando um importante fator de proteção. Destaca-se a importância da compreensão da forma de funcionamento dessas famílias, no concernente à hierarquia, coesão e práticas educativas, de forma a proposição de programas de prevenção e intervenção adequados.

  6. Associações entre impulsividade, compulsão alimentar e obesidade em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cibele Pereira

    2011-01-01

    Full Text Available La impulsividad puede ser un componente importante en el contexto de atracones y la obesidad. Objetivo, Presentación de un protocolo con el uso de prueba Palográfico para medir la impulsividad. Métodos, 60 adolescentes (10 - 20 años, Md, 13,97 años, SD 2.17 de ambos sexos se evaluaron el IMC, los atracones y la impulsividad. Resultados: Los atracones eran frecuentes en las niñas y la impulsividad en los niños. 38% de la muestra estaban por encima del peso saludable y de estos, el 13% de forma simultánea con la obesidad la obesidad / mórbida, los atracones y las puntuaciones más altas de la impulsividad. La asociación entre el IMC y la impulsividad anotó valores próximos al nivel de significación en el estudio (chi cuadrado = 14,85, gl = 8, p =. 062. Conclusión, La prueba Palográfico mostró buena sensibilidad y especificidad justifica la aplicación de este protocolo en los diseños de estudio con muestras más grandes y centrados in las diferencias sexuales.

  7. Crianças/adolescentes em quimioterapia ambulatorial: implicações para a enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Cardeal da Costa

    Full Text Available A hospitalização era a indicação mais comum na assistência à criança com câncer, entretanto, um grande enfoque vem sendo dado à desospitalização, viabilizada através do seguimento ambulatorial e/ou assistência domiciliar (home care. O objetivo deste trabalho é analisar as dificuldades que os pais enfrentam no ambiente domiciliar, quando seus filhos são submetidos à quimioterapia ambulatorial. Para tanto, foi realizada uma entrevista semi-estruturada com os pais, nos meses de janeiro e fevereiro de 2000, na sala de quimioterapia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo. Os resultados apontam as seguintes dificuldades: alteração no cotidiano familiar; comunicação ineficiente; alteração da auto-imagem e reação adversa à quimioterapia. Este trabalho possibilitou o acesso a informações de real interesse para assistência à criança/adolescente com câncer e sua família. A partir dos dados empíricos, elaborou-se uma cartilha de orientação para o cuidado domiciliar.

  8. Socioeducação e juventude: reflexões sobre a educação de adolescentes e jovens para a vida em liberdade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silmara Carneiro e Silva

    2012-06-01

    Full Text Available O presente artigo tem por objetivo refletir sobre a juventude na sua relação com o fenômeno da violência e o cometimento de atos infracionais, apontando a política pública de socioeducação como uma alternativa de educação de adolescentes e jovens para a vida em liberdade. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica, com base em autores da área de  ciências sociais aplicadas. A socioeducação é vista como uma política pública  que tem por objetivo construir, junto dos adolescentes e jovens, novos e apropriados conceitos de vida, buscando o fortalecimento dos princípios éticos da vida social. Para tanto, no presente artigo parte-se do pressuposto que a socioeducação é uma política que tem como proposta a educação para a vida em liberdade, verificando-se com a discussão teórica realizada que, para a referida política se efetivar como tal, faz-se necessária a construção de meios para a efetivação de ações que se configurem para além do sentido da responsabilização do adolescente pelo ato infracional, pois sua natureza pedagógica e social deve ser o pressuposto básico de todas as práticas socioeducativas. Enquanto política pública deve se efetivar em conjunto com a família, com a comunidade e com a sociedade em geral, mas sem desresponsabilizar o Estado brasileiro pela condução e direção da referida política no âmbito da sociedade contemporânea, uma vez que as condições materiais e concretas para a construção das possibilidades de liberdade devem ser providas ao adolescente, como condição para seu desenvolvimento pessoal e social enquanto sujeito de direitos.  

  9. Aspectos clínicos da depressão em crianças e adolescentes: clinical features Depression in childhood and adolescence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Saint-Clair Bahls

    2002-10-01

    Full Text Available Objetivo: apresentar uma revisão sobre o quadro clínico, a evolução, a comorbidade e o comportamento suicida na depressão em crianças e adolescentes, com o objetivo de contribuir com o esclarecimento desta patologia grave, comum e ainda pouco reconhecida. Fontes dos dados: foram realizados levantamento no sistema Medline no período de 1991 a 2000, e levantamento manual da literatura. Síntese dos dados: o interesse científico pela depressão em crianças e adolescentes é bastante recente, pois até a década de 70 acreditava-se que fosse rara ou inexistente. Os sistemas diagnósticos atuais definem que os sintomas básicos de um episódio depressivo maior são os mesmos em crianças, adolescentes e adultos; entretanto, os pesquisadores destacam a importância do processo de maturação na apresentação sintomatológica da depressão, com características predominantes em cada fase do desenvolvimento. Conclusões: atualmente a depressão maior em crianças e adolescentes é considerada comum, debilitante e recorrente, envolvendo um alto grau de morbidade e mortalidade, representando um sério problema de saúde pública.Objective: this study reviews clinical features, evolution, comorbidity and suicidal behavior in childhood and adolescence depression. Its objective is to provide clear information on this common, severe and not very easily recognized pathology. Sources: literature searches were performed through Medline (1991-2000, with secondary-source follow-up. Summary of the findings: scientific concern about depression in childhood and adolescence is recent and up to the 70's depression was considered rare or inexistent in this period. Current diagnostic systems define as basic features of depression in children and adolescents are the same ones found in adults for major depression episodes; however, researches emphasize the significance of the developmental process in the clinical manifestations, with predominant features in each

  10. Signs and symptoms of temporomandibular disorders in adolescents Sinais e sintomas de disfunção temporomandibular em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Rigoldi Bonjardim

    2005-06-01

    Full Text Available The aim of this study was to verify the prevalence of signs and symptoms of temporomandibular disorders (TMD in adolescents and its relationship to gender. The sample comprised 217 subjects, aged 12 to 18. The subjective symptoms and clinical signs of TMD were evaluated, using, respectively, a self-report questionnaire and the Craniomandibular Index, which has 2 subscales; the Dysfunction Index and the Palpation Index. The results of muscle tenderness showed great variability (0.9-32.25%. In relation to the temporomandibular joint, tenderness of the superior, dorsal and lateral condyle regions occurred in 10.6%, 10.6% and 7.83%, respectively, of the sample. Joint sound during opening was present in 19.8% of the sample and during closing in 14.7%. The most prevalent symptoms were joint sounds (26.72% and headache (21.65%. There was no statistical difference between genders (p > 0.05, except for the tenderness of the lateral pterygoid muscles, which presented more prevalence in girls. In conclusion, clinical signs and symptoms of TMD can occur in adolescents; however, gender influence was not perceived.O objetivo deste estudo foi verificar a prevalência de sinais e sintomas de disfunção temporomandibular (DTM em adolescentes e sua relação com o gênero. A amostra foi constituída de 217 voluntários, com idade entre 12 e 18 anos. Os sintomas subjetivos e os sinais clínicos de DTM foram avaliados usando-se, respectivamente, um questionário e o "Craniomandibular Index", o qual possui 2 subescalas: "Dysfunction Index" e "Palpation Index". Os resultados para sensibilidade muscular mostraram grande variabilidade (0,9-32,25%. Com relação à articulação temporomandibular, a sensibilidade à palpação nas regiões superior, dorsal e lateral do côndilo ocorreu, respectivamente, em 10,6%, 10,6% e 7,83% da amostra. A prevalência do ruído articular no movimento de abertura foi de 19,8% e no fechamento, 14,7%. Os sintomas relatados mais

  11. Os desafios da prática socioeducativa de previsão de liberdade em adolescentes em conflito com a lei: ressocialização ou exclusão social?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estevam, Ionara Dantas

    2009-01-01

    Full Text Available A criminalidade e a violência praticada por adolescentes são atualmente, um problema social, político e institucional afligindo famílias e desafiado a sociedade política a apresentar respostas institucionais efetivas e eficazes. Objetivou identificar as representações sociais (RS da prática socioeducativa de privação de liberdade. Para tanto a amostra foi não-probabilística e intencional construída de 115 adolescentes (institucionalizados em conflito com a lei e privados de liberdade, que responderam a um Teste de Associação Livre de Palavras. Os dados coletados foram submetidos à Análise de Fatorial de Correspondência pelo software tri-deux-mots. Os resultados predominam representações negativas da prática socioeducativa de privação de liberdade e da instituição ressocializadora, esses adolescentes atribuem significados a si mesmos, constituem suasubjetividade e definem seu papel enquanto sujeitos sociais. Urge uma compreensão da complexidade dos aspectos biopsicossociais da ressocialização de adolescentes institucionalizados

  12. Incidência e mortalidade por AIDS em crianças e adolescentes: desafios na região sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Cristiano de Melo

    Full Text Available Resumo O objetivo deste estudo é descrever a tendência temporal dos coeficientes de incidência e mortalidade associados à AIDS em crianças e adolescentes. Foi desenvolvido um estudo ecológico de tendência temporal dos indicadores em menores de 14 anos residentes em contexto regional de alta incidência de AIDS, Porto Alegre e estado do Rio Grande do Sul, de 1996 a 2012. Para tanto, se ajustou modelo de regressão segmentada para categorias de idade e local de residência. Os indicadores de morbimortalidade da AIDS em Porto Alegre ainda superam os registrados no estado, na região Sul e em outros do país. Em Porto Alegre, 59,1% dos casos (371/628 ocorreram em menores de quatro anos, a incidência apresentou picos no período e a mortalidade caiu de 9 para 2 por 100 mil. Registrou-se variação anual percentual decrescente significativa na mortalidade principalmente de menores de 1 ano em Porto Alegre. Esta queda pode estar relacionada com a prevenção e o tratamento de gestantes. Resta identificar possíveis fragilidades do Programa DST/AIDS e seus pontos vulneráveis para intervenções específicas e investimentos com maior potencial de impacto.

  13. Problemas emocionais e de comportamento e clima familiar em adolescentes e seus pais = Emotional and behavioral problems and family climate in adolescents and their parents = Problemas emocionales y de comportamiento y el clima familiar para los adolescentes y sus padres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teodoro, Maycoln Leôni Martins

    2014-01-01

    Full Text Available A adolescência é uma fase de mudanças e um período vulnerável para o desenvolvimento de problemas emocionais e de comportamento (PEC. Estes podem surgir em decorrência de crises familiares, consideradas fatores de risco. Este estudo investigou os PEC e sua relação com aspectos do clima familiar na visão de 187 adolescentes e suas mães e pais. Os jovens eram estudantes de escolas públicas do Rio Grande do Sul. Os instrumentos utilizados foram o Youth Self-Report (YSR, o Adult Self-Report (ASR e o Inventário do Clima Familiar (ICF. Os resultados das percepções dos participantes quanto aos sintomas internalizantes e externalizantes indicaram relação da descrição das mães e pais e das mães e filhos, mas não entre descrições de filhos e pais. Os problemas internalizantes maternos correlacionaram-se positivamente com a percepção de Hierarquia dos adolescentes e negativamente com a Afetividade e os externalizantes correlacionaram-se positivamente com Conflito e Hierarquia, e negativamente com Coesão e Afetividade

  14. ESTILO DE VIDA DE ADOLESCENTES DAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ENSINO FUNDAMENTAL, EM FORTALEZA/CE, EM RELAÇÃO AO RISCO DE HIPERTENSÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Brasileiro de Vasconcelos

    2013-03-01

    Full Text Available Objetivo: analisar o estilo de vida dos adolescentes das escolas públicas de ensino fundamental na cidade de Fortaleza/CE, em relação ao risco de Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS. Métodos: estudo descritivo, exploratório, transversal e quantitativo, realizado com 120 alunos de seis escolas públicas do ensino fundamental na cidade de Fortaleza/CE. A coleta de dados foi realizada de fevereiro a abril de 2007. Para tanto, foi utilizado um questionário estruturado composto de perguntas e respostas objetivas a respeito da prática de atividade física, das horas de sono, do uso de cigarro, dos hábitos alimentares, dos antecedentes familiares com HAS, de quais fatores que causam a HAS, se fazem uso de bebidas alcoólicas e por fim como se deve prevenir a HAS. Resultados: a amostra do estudo foi composta de 120 alunos de ambos os sexos com média de idade de 13,88 anos ± 1,27 ano. Em relação aos fatores de risco, 37,5% (n=45 dos estudantes realizam atividade física mais de duas vezes por semana; em relação ao hábito de fumar 96,67% (n=116 não fumam; sobre a ingestão de alimentos, 50,8% (n=61 ingerem biscoitos com suco; 94,2% (n=113 não fazem uso de bebidas alcoólicas e foi detectado que 65% (n=78 estão abaixo do peso ideal. Outro fator identificado foi que 32,50% (n=39 da amostra apresentam antecedentes familiares de primeiro e/ou segundo graus com afecções cardiovasculares, prevalecendo a HAS em 30%. Conclusão: verificou-se que os alunos realizam pouca atividade física, alimentam-se de forma inadequada com alimentos ricos em gorduras e carboidratos e apresentam antecedentes familiares com afecções cardiovasculares.

  15. Adiposidade corporal e hipertensão arterial em crianças e adolescentes obesos - doi:10.5020/18061230.2009.p88

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joel Saraiva Ferreira

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivo: Investigar a relação entre a hipertensão arterial e adiposidade corporal em crianças e adolescentes obesos. Métodos: Estudo transversal no qual 129 crianças e adolescentes obesos de ambos os gêneros com idade variando de 7 a 14 anos foram avaliados. A adiposidade foi caracterizada a partir dos dados obtidos como: índice de massa corporal (IMC, percentual de gordura corporal (%GC e relação cintura-quadril (RCQ. O grupo foi dividido em dois subgrupos (normotensos e hipertensos mediante o nível de pressão arterial (PA. O teste estatístico de Kruskal Wallis foi empregado para determinar a significância na relação entre dados antropométricos e níveis de pressão arterial. Adotou-se um valor de p ? 0,05. Resultados: Verificou-se que 101 (78,29% participantes eram normotensos e 28 (21,71% hipertensos. Em relação à adiposidade, o grupo dos hipertensos apresentou níveis mais elevados de IMC e o %GC quando comparado com o normotenso (p<0,05. A partir dos dados da RCQ, não houve associação estatística entre a relação cintura-quadril e o nível pressórico. Conclusões: As crianças e adolescentes obesos apresentaram relação estatisticamente significativa entre adiposidade corporal e níveis de pressão arterial; no entanto, a localização da gordura não foi um fator determinante desta diferença.

  16. Fatores de risco sociais, familiares e comportamentais para obesidade em adolescentes Social, familial, and behavioral risk factors for obesity in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Monteiro

    2004-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar fatores de risco sociais, familiares, comportamentais e psicológicos para obesidade na adolescência. MÉTODO: Estudo de casos e controles aninhado a uma coorte de base populacional seguida desde o nascimento, em 1982. Os casos incluíram os adolescentes obesos conforme a definição da Organização Mundial da Saúde. Os controles foram constituídos por uma amostra aleatória da coorte, examinada em 1997 e 1998. Informações sobre fatores de risco foram obtidas dos arquivos da coorte, coletadas em diversas idades. A análise multivariada foi realizada por regressão logística. RESULTADOS: Os fatores de risco variaram conforme o sexo. Em meninos, a renda familiar maior que 1 salário-mínimo ao nascer aumentou o risco de obesidade em 6 vezes; o traço de ansiedade aumentou esse risco em 4 vezes. O risco aumentou em 10% para cada aumento unitário do índice de massa corporal materno pré-gestacional, em ambos os sexos. O peso materno atual, o fumo, a ingestão de gorduras, e o tempo despendido assistindo à televisão e em atividades físicas não se associaram com obesidade. CONCLUSÕES: Os resultados indicam que é importante estratificar por sexo os dados de estudos sobre obesidade. Além disso, os fatores relativos a fases precoces da vida mostraram-se mais fortemente associados com obesidade em adolescentes do que os fatores medidos durante a adolescência. Entretanto, não se pode excluir a possibilidade de viés, por exemplo, em termos da informação fornecida pelos adolescentes acerca de dieta e exercício físico. Sempre que possível, o estudo dos fatores de risco contemporâneos para obesidade em adolescentes deve considerar o papel de fatores precoces na vida como prováveis fontes de confusão.OBJECTIVE: To examine the impact of different social, familial, and behavioral factors on the risk of developing obesity in adolescents. METHODS: We performed a case-control study nested in a population-based cohort

  17. DERECHOS SEXUALES Y REPRODUCTIVOS: CONFIDENCIALIDAD Y VIH/SIDA EN ADOLESCENTES CHILENOS DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS: CONFIDENCIALIDADE E HIV/AIDS EM ADOLESCENTES CHILENOS REPRODUCTIVE AND SEXUAL RIGHTS: CONFIDENTIALITY AND HIV/AIDS IN CHILEAN ADOLESCENTS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ester Valenzuela Rivera

    2007-11-01

    Full Text Available Los adolescentes enfrentan obstáculos culturales e institucionales al momento de concurrir a los servicios de salud en busca de atención en salud sexual y reproductiva. Los jóvenes que se autoperciben de riesgo en VIH/SIDA experimentan discriminación por consideraciones socioeconómicas, y se vulnera su derecho a acceder a servicios de salud bajo un marco de confidencialidad, desconociendo el principio de autonomía progresiva y la evolución de sus facultades. La Convención Internacional de los Derechos del Niño (CIDN, ratificada por Chile, provee un marco jurídico que propicia un diálogo y una nueva relación de los adolescentes con la familia, el Estado y la sociedad, e instala un nuevo paradigma a partir del cual la infancia y la adolescencia son consideradas sujetos de derechosOs adolescentes enfrentam barreiras culturais e institucionais no momento se utilizarem os serviços de saúde em busca de cuidados de saúde sexual e reprodutiva. Os jovens que se auto percebem como de risco HIV/AIDS, são discriminados por questões sócio-econômicas e se enfraquece seu direito de acesso aos serviços de saúde sob um marco de confidencialidade, desconhecendo o princípio de autonomia progressiva e a evolução de suas faculdades. A Convenção Internacional de Direitos da Criança, ratificada pelo Chile, prevê um marco jurídico que possibilita um diálogo e uma nova relação dos adolescentes com a família, o Estado e a Sociedade, e instala um novo paradigma a partir do qual a infância e a adolescência são considerados como sujeitos de direitosAdolescents face cultural and institutional obstacles when visiting health care services searching for sexual and reproductive health care. Youngsters who consider themselves at risk for HIV/AIDS undergo discrimination due to socioeconomic reasons, and their right to health care access is infringed under a confidential framework. The principle of progressive autonomy and the evolution of their

  18. Níveis plasmáticos de vitamina D em crianças e adolescentes com colestase

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bastos Marília D.

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar os níveis plasmáticos de vitamina D de pacientes colestáticos crônicos e relacionar com estado nutricional, tempo de colestase e uso de suplemento vitamínico. MÉTODOS: estudo transversal controlado, cujo fator em estudo é colestase crônica e o desfecho, o nível plasmático de vitamina D. Pacientes entre quatro meses a 18 anos, atendidos na unidade de gastroenterologia pediátrica do HCPA; como controles, crianças eutróficas da mesma faixa etária. Foi coletado sangue para as dosagens por radioimunoensaio, e realizadas avaliação antropométrica, pesquisa de tempo de colestase e uso de suplemento vitamínico. RESULTADOS: foram avaliadas 22 crianças e adolescentes com colestase crônica e 17 controles. O valor médio de vitamina D entre os pacientes foi de 13,7 ± 8,39 ng/ml, enquanto que nos controles foi de 25,58 ± 16,73 ng/ml (p = 0,007. A prevalência de hipovitaminose D, entre os pacientes, foi de 36%. A mediana do tempo de colestase foi de um ano. A avaliação antropométrica (NCHS demonstrou 36% de desnutrição pelo peso, e 41% para estatura. Na avaliação antropométrica pelo escore z, obtivemos prevalência de desnutrição para os critérios altura/idade e peso/idade de 33,3% e 23,8%, respectivamente. Avaliado peso em relação altura, não observamos valores abaixo de dois desvios padrão. Não foi observada relação entre o estado nutricional, o uso de suplemento oral e os níveis plasmáticos de vitamina D CONCLUSÕES: os níveis plasmáticos de vitamina D em colestáticos foram menores do que os dos controles, sem relação com estado nutricional, tempo de colestase e/ou uso suplementação vitamínica.

  19. Produção de sentidos sobre saúde em um grupo de discussão com adolescentes de Fortaleza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Pereira Barros

    2013-01-01

    Full Text Available O artigo discute o processo de construção de sentidos sobre saúde/doença por adolescentes de um grupo de discussão sobre saúde, em uma escola de Fortaleza-CE. Alinhada à perspectiva da pesquisa-intervenção, a pesquisa se operacionalizou por meio de observações participantes e de um grupo de discussão, sob o formato de oficinas temáticas sobre saúde, em uma instituição escolar da capital cearense. Quanto ao tratamento dos dados, foi realizada uma análise microgenética das interações do grupo, enfocando condições imediatas e histórico-ideológicas ligadas às atividades discursivas entre os participantes, bem como indícios de continuidade e transformação do processo de significação naquelas interações. Os resultados denotam que, naquele grupo, "saúde" figurava como um signo em disputa. Por um lado, entre os próprios adolescentes integrantes do grupo, foi potente a circulação de sentidos que ligam a saúde aos signos do "equilíbrio" e da "prevenção". Por outro, a análise evidenciou reposicionamentos subjetivos mediados pelas interações.

  20. Crianças e adolescentes com insuficiência renal em hemodiálise: percepção dos profissionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabella Schroeder Abreu

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: identificar aspectos impactantes na qualidade de vida de crianças e adolescentes com insuficiência renal crônica em hemodiálise, sob a ótica de profissionais de saúde, como etapa essencial para a construção do módulo específico do instrumento DISABKIDS®. Método: estudo metodológico. Coleta de dados entre maio e junho de 2012, por meio de entrevistas individuais com 12 participantes, em dois centros de diálise. Analisou-se o material empírico segundo análise de conteúdo temática, com a utilização do programa MAXQDA - Qualitative Data Analysis Software. Resultados: foram identificados sete temas: autocuidado, apoio familiar, impacto do diagnóstico, expectativa do transplante renal, evasão escolar, socialização e estigma, agrupados em três domínios. Conclusão: os resultados evidenciaram aspectos que impactam a qualidade de vida dessa clientela e, portanto, serão considerados no desenvolvimento do módulo específico DISABKIDS®. Além disso, esses aspectos são relevantes para elaboração e planejamento de ações direcionadas a crianças e adolescentes renais crônicos.

  1. Oficinas de artes visuais: empoderamento e desenvolvimento de habilidades sociais para adolescentes em situação de risco social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Berliete Bolzani

    2016-09-01

    Full Text Available Objetivo: desenvolver oficinas de artes visuais com adolescentes em situação de risco social, com ênfase na intervenção grupal, visando a criação de um espaço de troca de experiências, aproximação social e desenvolvimento de habilidades sociais, além de conhecer suas percepções sobre os trabalhos realizados nas oficinas. Método: estudo de natureza qualitativa, observacional e participante. Foram realizadas 30 oficinas uma vez por semana com um grupo de 18 adolescentes, de 11 a 15 anos, de ambos os sexos, assistidos por uma ONG. As atividades foram registradas em diário de campo, bem como os relatos, comentários, percepções e comportamento dos adolescentes, sobre as atividades realizadas e a impressão que estas lhes causavam. A transcrição destes relatos foi feita posteriormente, mantendo-se a fala original. Resultados: após a realização das oficinas, os adolescentes foram capazes de perceberem a si mesmos com mais assertividade, melhoraram sua autopercepção, foram capazes de identificar suas necessidades, seus limites e terem discernimento sobre o que podiam ou não fazer. Demonstraram maior interesse nos cuidados consigo e com sua aparência pessoal, além de terem modificado sua percepção em relação ao outro. Considerações finais: as oficinas proporcionaram melhora das habilidades sociais, no empoderamento, na autoestima, auxiliando-os a lidarem melhor com as situações do cotidiano. Trata-se de uma estratégia que está em consonância com os princípios da Promoção da Saúde, conforme preconiza a Organização Mundial da Saúde.

  2. Dieta cetogênica para epilepsia intratável em crianças e adolescentes: relato de seis casos

    OpenAIRE

    Vasconcelos,Marcio M.; Azevedo,Patricia M. Couto; Esteves,Lívia; Brito,Adriana R.; Olivaes,Maria Cecílea D. de; Herdy,Gesmar V. Haddad

    2004-01-01

    OBJETIVO: Descrever a introdução e o manejo da dieta cetogênica em um grupo de seis crianças e adolescentes com epilepsia refratária. MÉTODOS: Os autores reviram o prontuário médico de cada paciente menor de 15 anos submetido à dieta cetogênica entre abril de 1999 e julho de 2003 e compararam os resultados terapêuticos e efeitos adversos e benéficos com a literatura pertinente. RESULTADOS: A dieta cetogênica foi introduzida para seis pacientes, com idade mediana de sete anos (faixa: 1,8-12,2)...

  3. Bullying, vinculação e estilos educativos parentais em adolescentes do 3º ciclo do ensino básico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sónia Catarina Carvalho Simões

    2015-02-01

    Full Text Available Objetivos: Dado que a literatura salienta o impacto da vinculação e do comportamento parental nos comportamentos de bullying, temos como objetivo estudar os comportamentos de bullying, de visibilidade crescente em adolescentes no contexto escolar, e a sua relação com a qualidade da vinculação e os estilos educativos parentais. Método: A amostra deste estudo envolveu 50 adolescentes, 26 raparigas e 24 rapazes, com idades entre os 12 e os 17 anos (M = 14,24. O protocolo foi composto por: Questionário de Exclusão Social e Violência Escolar (QEVE, Inventário de Vinculação na Adolescência (IPPA e A Parental Rearing Style Questionnaire for use with Adolescents (EMBU-A. Resultados: Os adolescentes da nossa amostra tendem a ser mais observadores em situações de bullying, sendo os tipos de violência mais frequentes a exclusão social e a agressão verbal. As vítimas de bullying são mais frequentemente jovens de nível socioeconómico baixo e as raparigas são mais observadoras de exclusão social e agressão verbal do que os rapazes. No que respeita à vinculação, os jovens com mais comportamentos agressivos percecionam menor comunicação e confiança em relação ao pai e aos amigos e quando se sentem alienados face aos seus pares, estão mais sujeitos a serem vítimas de bullying. Por fim, relativamente aos estilos educativos parentais, os adolescentes mais agressivos tendem a ser os que sentem maior rejeição e menor suporte emocional maternos. Conclusões: Fica, então, sublinhada a importância para os comportamentos de bullying dos estilos educativos parentais e da qualidade da vinculação dos jovens com as figuras significativas. Estas conclusões remetem-nos para implicações ao nível da prevenção deste fenómeno, sendo importante não só considerar variáveis individuais, mas também como o sujeito interage em todos os seus sistemas de pertença, focando a construção de relações afetivas.

  4. Tratamento do transtorno de ansiedade social em crianças e adolescentes Treatment of social anxiety disorder in children and adolescents

    OpenAIRE

    Luciano Isolan; Gabriel Pheula; Gisele Gus Manfro

    2007-01-01

    CONTEXTO: Transtorno de ansiedade social é um transtorno incapacitante e altamente prevalente em crianças e adolescentes ao longo da vida, de acordo com os critérios do DSM-IV, variando de 0,7% a 3,5%. Se não tratado, pode interferir no funcionamento emocional, social e escolar. OBJETIVOS: Avaliar a evidência atual para a eficácia e efetividade de intervenções farmacológicas e psicoterápicas no tratamento do transtorno de ansiedade social na infância e na adolescência. MÉTODOS: Pesquisas fora...

  5. Caracterização do perfil da violência sexual em crianças e adolescentes no Rio Grande do Sul

    OpenAIRE

    Carolina Barbosa Silva; Bibiana Lopes Bastos; Camila Ribeiro Santos; Michele da Silva Moraes; Lia Gonçalves Possuelo

    2016-01-01

    Justificativa e objetivos: A violência sexual infantil é uma das causas de maior morbidade e mortalidade infantil no Brasil e no mundo, onde foi reconhecida como crime desde a década de 80, a partir da Constituição e Estatuto da criança e do adolescente. Considerada uma experiência traumática na infância ou adolescência que reflete em atos para toda vida, tanto físicos como psicológicos, visto pela sociedade como agentes transgressores dos direitos da infância. Este estudo tem como objetivo ...

  6. A rela??o entre os estilos de socializa??o materna e as concep??es de perd?o em adolescentes.

    OpenAIRE

    Santos, Lydia Maria Sena e

    2014-01-01

    O presente estudo buscou analisar a rela??o entre a percep??o dos adolescentes sobre os estilos de socializa??o materna e concep??es sobre perd?o. Os estilos de socializa??o parental s?o definidos como padr?es de atua??o caracter?sticos, que os pais utilizam em diversas situa??es do cotidiano. Esses padr?es caracterizam-se por um conjunto de t?cnicas e formas de atua??o dos pais, que abrangem desde atitudes de aceita??o at? atitudes de controle dos comportamentos indesejados, al?m da imposi??...

  7. Efeito do exercício na biomecânica da marcha em crianças e adolescentes com paralisia cerebral

    OpenAIRE

    Veiga, Jandir Vieira da

    2016-01-01

    Tipo de Estudo: Revisão. Temática: Efeito do exercício na biomecânica da locomoção de crianças e adolescentes com paralisia cerebral que apresentam marcha em agachamento (designada como “crouch gait”). Objetivos: 1) verificar e analisar as metodologias de programas de treino de força que, combinados ou não com outros programas de treino, exercícios ou intervenções, visam melhorar o padrão da marcha e a funcionalidade destes indivíduos; 2) tendo por base os resultados do primeiro objetiv...

  8. Influência das práticas parentais nas estratégias de coping e de savoring utilizadas pelos adolescentes em contexto escolar

    OpenAIRE

    Tristão, Nádia Andreia Alves Farinha

    2009-01-01

    Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia da Educação e da Orientação), 2009, Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação O presente estudo foi realizado com o intuito de investigar a influência das práticas educativas parentais nas estratégias de coping utilizadas pelos adolescentes em contexto escolar e explorar o papel que assumem também nas suas estratégias de savoring. Nesse sentido adoptaram-se as perspectivas de Maccoby e Martin (1983) sobre as...

  9. O flúor tópico na redução da cárie dental em adolescentes de Salvador - BA, 1996

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CANGUSSU Maria Cristina Teixeira

    2001-01-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram: descrever a experiência de cárie dental em adolescentes de 12 a 20 anos de Salvador - BA e testar a associação entre a severidade da cárie e o uso do flúor tópico na forma de gel ou bochechos. Realizou-se um estudo transversal e análise de regressão logística não condicional, pelo método "backward", com uma amostra de 493 adolescentes escolares do Distrito Sanitário Barra-Rio Vermelho. As variáveis de desenho foram obtidas a partir de questionário semi-estruturado e exame bucal. O CPOD correspondeu a 4,44 (DP 3,71, sendo de 2,72 (DP 2,75 aos 12-13 anos. Cento e quarenta e quatro adolescentes participaram de ações de promoção de saúde bucal (30% e a maioria declarou-se pouco apta a manter a própria saúde oral. O flúor tópico não se mostrou como um fator de proteção significativo na redução da cárie dental nesta população (RP = 0,9. Houve redução dos índices de cárie dental nos adolescentes do Distrito, embora exista a necessidade de reformulação do modelo cirúrgico-restaurador de atenção à saúde bucal, para maior controle da cárie dental e melhor efetividade dos métodos de promoção e proteção à saúde bucal.

  10. Use of contraceptive methods by sexually active teenagers in Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil Uso de métodos anticoncepcionais em adolescentes sexualmente ativos de 15 a 18 anos em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarissa Lisbôa Arla da Rocha

    2007-12-01

    Full Text Available This study aimed to assess the prevalence of contraceptive use by adolescents. A cross-sectional study was performed from March to September 2002 in a representative sample of adolescents 15 to 18 years of age in the urban area of Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil. Multiple-stage sampling was used, and in the 448 census tracts located in the urban area, 90 were sampled and households were visited in each tract. Information was collected on sexual initiation and use of contraceptive methods. Chi-square test was used to compare proportions. The sample included 960 adolescents. 88% of subjects reported the use of any contraceptive method. Condoms were the most commonly used method (63.2%. Low adolescent schooling was the only variable associated with increased risk of non-use of contraceptives. Condom use was higher among males, adolescents whose mothers had 9 or more years of schooling, and those reporting several sexual partners in the previous year. Condoms were the most commonly used contraceptive method.O estudo avaliou o uso de métodos contraceptivos em adolescentes. Entre março e setembro de 2002, realizou-se um estudo transversal na zona urbana da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. A amostragem foi em múltiplos estágios, 90 dos 448 setores censitários da zona urbana de Pelotas foram sorteados e em cada setor 86 residências foram visitadas. Considerou-se a informação do adolescente sobre a prática de relações sexuais e do uso de métodos contraceptivos. Nas comparações entre as proporções utilizou-se o teste do qui-quadrado. Foram entrevistados 960 adolescentes, enquanto que para 79 não foi possível realizar a entrevista. Aproximadamente 88% dos adolescentes usavam algum método contraceptivo. O preservativo masculino foi encontrado como o método mais usado naqueles adolescentes que têm relação sexual (63,2%. A escolaridade do adolescente foi a única variável associada com o uso de contraceptivos. O

  11. Characteristics of oral squamous cell carcinoma in users or non users of tobacco and alcohol = Características do carcinoma bucal de células escamosas em usuários ou não usuários de tabaco e álcool

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Scheidt, Juliana Hintz Germanos

    2012-01-01

    Full Text Available O tabaco e o álcool são os principais fatores etiológicos extrínsecos associados à gênese do carcinoma bucal de células escamosas (CCE, mas não está claro se estes fatores interferem nas características clínico-patológicas, moleculares ou no prognóstico da doença. No presente estudo, essas características foram revisadas, estabelecendo-se comparações entre as lesões de pacientes usuários ou não de tabaco e álcool. Observou-se que carcinomas bucais de não fumantes e não etilistas ocorrem, preferencialmente, em pacientes do sexo feminino, em faixa etária inferior a 50 ou superior 70 anos. Neste grupo de indivíduos, as lesões tendem a ser menos agressivas e apresentam melhor prognóstico. O tabagismo e o etilismo também parecem influenciar as características moleculares do carcinoma bucal, uma vez que mutações da proteína p53 nas lesões têm sido associadas a esses fatores de risco. A compreensão das diferenças entre os CCE bucais desses dois grupos de pacientes pode contribuir para uma melhor abordagem e avanços no desenvolvimento de medidas terapêuticas mais adequadas frente a esta neoplasia

  12. Freqüência de consumo de dietas ricas em gordura e pobres em fibra entre adolescentes Frequency of high-fat and low-fiber diets among adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilda Borges Neutzling

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a freqüência e os fatores associados ao consumo de dietas ricas em gordura e pobres em fibra em adolescentes. MÉTODOS: Estudo de delineamento transversal com adolescentes de 10 a 12 anos, realizado em 2004/2005, em Pelotas, RS. A freqüência alimentar no ano anterior à pesquisa foi avaliada pelo questionário de Block, composto por 24 itens alimentares, pontuados de acordo com a freqüência de consumo de alimentos ricos em fibras e gorduras. Na análise bruta, as prevalências de dietas ricas em gordura e pobres em fibra foram comparadas conforme sub-grupos das variáveis independentes (sexo, cor da pele, nível socioeconômico, escolaridade materna e estado nutricional do adolescente. Para controle de fatores de confusão, uma análise multivariável por regressão de Poisson foi realizada para cada desfecho. RESULTADOS: Foram encontrados 4.452 adolescentes, representando 87,5% da coorte original. A maioria dos jovens (83,9% consumia dieta pobre em fibra, e mais de um terço deles (36,6% consumia dieta rica em gordura. O nível socioeconômico e a escolaridade materna mostraram-se diretamente associados com a prevalência de consumo de dietas ricas em gordura. Jovens dos níveis socioeconômicos A+B e C apresentaram menor freqüência de consumo de dietas pobres em fibra. CONCLUSÕES: A prevalência de dietas ricas em gordura e pobres em fibra foi elevada nessa população de adolescentes. Políticas públicas dirigidas aos determinantes dos hábitos alimentares são necessárias e urgentes.OBJECTIVE: To describe the frequency and associated factors of high-fat and low-fiber diets among adolescents. METHODS: A cross-sectional study was carried out in adolescents aged 10-12 years in Pelotas, southern Brazil, in 2004 and 2005. Dietary patterns in the previous 12 months were evaluated using the Block questionnaire comprising 24 food items scored according to the frequency of consumption of high-fat and low-fiber food. In

  13. Anemia e deficiência de ferro em gestantes adolescentes Anemia and iron deficiency in pregnant adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth FUJIMORI

    2000-12-01

    Full Text Available Por meio de dosagem de ferritina sérica, transferrina sérica, hemoglobina e hematócrito, caracterizou-se o estado nutricional de ferro de 79 gestantes adolescentes de primeira consulta pré-natal (£ 20 semanas de gestação, atendidas na Rede Básica de Saúde de um Município da Grande São Paulo. Todos os valores hematológicos estudados foram menores entre as gestantes do segundo trimestre gestacional em relação às do primeiro, sendo as diferenças estatisticamente significativas (pThe objective of this study was to characterize iron nutritional status of 79 pregnant adolescents, at first prenatal consultation (<= 20 weeks of gestation, in the Primary Health System of a district of Great São Paulo, through the serum ferritin, serum transferrin, hemoglobin and hematocrit determinations. All the hematologic values studied were smaller for the pregnant adolescents in the second gestational trimester than for the ones in the first. Statistically significant differences (p.<.0.05 were found just for hemoglobin. It was verified that 64.3% and 32.1% had, respectively, less than 500.mg and 300.mg of organic iron reservations, and 5.4% presented serious lack of this mineral. By World Health Organization criterion 19.0% of the pregnant women were iron-deficient (Saturation of Transferrin <.16% and 13.9% were anemic (Hemoglobin.<.11 g/dl.

  14. Indicadores antropométricos como preditores de pressão arterial elevada em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmem Cristina Beck

    2011-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A hipertensão arterial está relacionada ao incremento da gordura corporal, a qual pode ser avaliada por meio de indicadores antropométricos. OBJETIVO: Determinar o poder preditivo de indicadores antropométricos e estabelecer seus pontos de corte como discriminadores de pressão arterial elevada. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com uma amostra de 660 adolescentes de 14 a 19 anos sendo 51,9% moças. Foram considerados os seguintes indicadores antropométricos: índice de massa corporal (IMC, circunferência da cintura, razão cintura/estatura e índice de conicidade. A pressão arterial elevada foi caracterizada por valores acima do percentil 90 para pressão arterial sistólica e/ou pressão arterial diastólica. Para identificação dos preditores de pressão arterial elevada, foi adotada a análise das curvas Receiver Operating Characteristic (ROC, com intervalo de confiança de 95%. Posteriormente, identificaram-se os pontos de corte com suas respectivas sensibilidades e especificidades. RESULTADOS: As áreas sob as curvas ROC com os intervalos de confiança foram: rapazes - circunferência de cintura = 0,80 (0,72-0,89; IMC = 0,79 (0,68-0,89; razão cintura/estatura = 0,77 (0,66-0,88; índice de conicidade = 0,69 (0,56-0,81 e para as moças - circunferência de cintura = 0,96 (0,92-1,00; IMC = 0,95 (0,87-1,00; razão cintura/estatura = 0,93 (0,85-1,00; índice de conicidade = 0,74 (0,50-0,98. Os diversos pontos de corte dos indicadores antropométricos com melhores poderes preditivos e suas respectivas sensibilidades e especificidades foram identificados. CONCLUSÃO: Apesar de a razão cintura/estatura e de o IMC terem apresentado boas áreas sob a curva ROC, sugere-se a utilização da circunferência de cintura para a predição da pressão arterial elevada.

  15. Método do limiar de variabilidade da frequência cardíaca aplicado em pré-adolescentes obesos e não obesos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Augusto Paschoal

    2011-06-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A detecção do limiar anaeróbico (LA pela análise da variabilidade da frequência cardíaca (LiVFC pode significar uma nova maneira de avaliação da capacidade funcional cardiorrespiratória (CFCR em pré-adolescentes. OBJETIVO: Testar o método de LiVFC para detecção do LA em pré-adolescentes não obesos (NO, obesos (O e obesos mórbidas (OM, a fim de determinar diferenças em sua CFCR. MÉTODOS: Foram estudados 30 pré-adolescentes, com idades entre 9 e 11 anos, divididos em três grupos de 10: a grupo NO - índice de massa corpórea (IMC com percentil do National Center for Chronic Disease Prevention and Health Promotion entre 5 e 85; b grupo O - IMC de percentil entre 95 e 97 e c grupo OM - IMC com percentil acima de 97. Todos foram submetidos a um protocolo incremental realizado em esteira rolante e registraram-se os batimentos cardíacos para detecção do LiVFC, que foi determinado pelo valor de 3,0 ms do índice do desvio-padrão 1 (SD1, extraído dos intervalos RR. RESULTADOS: Os valores médios no momento do LiVFC mostraram maiores valores para o grupo NO, destacando-se: a VO2 (ml/kg/min NO = 27,4 ± 9,2; O = 13,1 ± 7,6 e OM = 11,0 ± 1,7; b FC (bpm: NO = 156,3 ± 18,0; O =141,7 ± 11,4 e OM = 137,7 ± 10,4; e c distância percorrida (metros: NO = 1.194,9 ± 427,7; O = 503,2 ± 437,5 e OM = 399,9 ± 185,1. CONCLUSÃO: O LiVFC se mostrou efetivo para avaliação da CFCR e poderá vir a ser aplicado como método alternativo à ergoespirometria em determinadas situações.

  16. Intervenção educacional com base em modelo para aumentar a atividade física entre adolescentes iranianos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hormoz Sanaeinasab

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar um programa educacional com base no modelo de promoção da saúde (MPS e nos estágios de mudança para melhorar a atividade física (AF entre adolescentes iranianos. MÉTODOS: Este foi um ensaio randomizado controlado com 165 participantes divididos em dois grupos (intervenção/controle. Os dados foram coletados através de questionários de autopreenchimento com base em componentes do MPS (benefícios e barreiras para a ação, autoeficácia, sentimentos em relação ao comportamento, influências interpessoais e situacionais. A escala de estágios de mudança foi utilizada para selecionar participantes aptos (classificados nos estágios de pré-contemplação, contemplação ou preparação e para avaliar a tendência. Após a coleta dos dados de base, a intervenção foi realizada nos participantes e os dados de acompanhamento foram coletados 3 meses depois. RESULTADOS: Ao todo, 88 meninos e 77 meninas com idade média de 13,99±0,4 participaram do estudo. As diferenças em todos os componentes do MPS, exceto os sentimentos em relação ao comportamento e as influências sociais, foram significantes (p < 0,01 entre os valores de base e de acompanhamento. Comparados aos do grupo de controle, os adolescentes do grupo de intervenção foram categorizados nos estágios de ação (70% ou preparação (30% no acompanhamento. A análise de regressão múltipla revelou que preferências concorrentes, normas sociais, modelos sociais (variáveis com p < 0,001 e o compromisso com o plano de ação podem prever consideravelmente o comportamento quanto à AF. O modelo representou 22,5% da variação da AF. CONCLUSÕES: Intervenções educacionais com base nos estágios de mudança podem ter implicações importantes na melhora da AF entre adolescentes em mais componentes do MPS.

  17. Depressão em crianças e adolescentes com epilepsia Depression in epileptic children and adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kette Dualibi Ramos Valente

    2004-01-01

    Full Text Available A epilepsia, uma condição neurológica, apresenta uma freqüência elevada de transtornos psiquiátricos, em especial a depressão, que é a comorbidade psiquiátrica mais comum nesta população. Sabe-se que o transtorno depressivo pode comprometer muito mais a qualidade de vida de um paciente com epilepsia do que a gravidade da doença em si, daí a importância do seu diagnóstico. Entretanto, há poucos estudos sobre a prevalência e apresentação clínica da depressão nas crianças e adolescentes com epilepsia e nenhum sobre o seu tratamento. Este artigo tem como objetivo estudar as razões para o subdiagnóstico deste transtorno psiquiátrico e revisar as evidências para a ocorrência de possíveis mecanismos fisiopatológicos comuns. Para tal, revisamos estudos em modelos animais de epilepsia que demonstram uma diminuição de neurotransmissores implicados nos mecanismos patogênicos e tratamento da depressão Adicionalmente, estudamos as evidências oferecidas pelos estudos de neuroimagem e neuropsicológicos que corroboram a existência de uma disfunção das estruturas límbicas - frontais e temporais - nos pacientes com transtorno depressivo, que aparentemente também existe em pacientes com epilepsia. Portanto, este artigo de revisão dá evidência de que o conceito de relação causa-efeito para a ocorrência de depressão em pacientes com epilepsia precisa ser revisto.Epilepsy, a neurological disorder, presents a high frequency of psychiatric disorders, especially depression, which is the most common psychiatric comorbidity in these patients. It's known that depressive disorder may compromise these patient's life more than the severity of epilepsy, pointing to the importance of its diagnosis. However, there are few studies on the prevalence and clinical presentation of depression in childhood and adolescence and none on its treatment. This article aims to study the reasons for the subdiagnosis of this psychiatric disorder and

  18. Sexualidade e normas de gênero em revistas para adolescentes brasileiros Sexuality and gender in magazines for Brazilian adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Barsotti Santos

    2008-06-01

    Full Text Available A mudança da relação tempo-espaço, provocada pelas novas tecnologias e expansão dos meios de comunicação, na globalização advinda da modernidade tardia, modificou a auto-identidade e reflexividade do eu. As bases de segurança constituintes da identidade são alteradas de forma dinâmica, conforme as próprias relações sociais são modificadas. A identidade, hoje, não pode ser considerada imutável. Torna-se cada vez mais conveniente apoiarem-se em receitas de estilos de vida, produzidas por vários setores sociais, que criam e difundem pela mídia verdadeiros manuais de como desenvolver uma auto-identidade. Nosso objetivo foi analisar ideais de feminilidade em matérias publicadas em duas revistas dirigidas ao público adolescente brasileiro, considerando aspectos ligados à sexualidade, à saúde sexual e às relações entre gêneros. Realizamos um estudo de caráter qualitativo, a partir de uma perspectiva de gênero. O corpus textual da pesquisa foi composto por matérias extraídas de 22 exemplares das revistas Capricho e Todateen. Identificamos três grupos nas seguintes temáticas: Beijo e "amasso"; Início da vida sexual; e Práticas Sexuais. Ambas as revistas abordam ideais de relações entre gêneros que perpetuam padrão tradicional dicotômico. As matérias prescrevem atitudes e comportamentos femininos que, apesar de parecerem diferentes e avançados, visam à manutenção de um padrão de gênero, no qual a iniciativa feminina nesta perspectiva envolve o "jeitinho feminino", isto é, ações indiretas de manipulação que podem dar ao rapaz a impressão de ter sido ele o idealizador da ação posta em prática. Esses dados parecem particularmente importantes quando pensamos em programas de saúde dirigidos a esse segmento populacional.The change in the relation of space and time caused by new technologies and by the media expansion, in the globalization that has derived from the late modernity, has modified the

  19. Cárie dentária em adolescentes de 15 a 19 anos de idade no Estado de São Paulo, Brasil, 2002

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gushi Lívia Litsue

    2005-01-01

    Full Text Available Verificou-se a experiência da cárie dentária em adolescentes de 15 a 19 anos, considerando-se prevalência e severidade da doença, segundo idade, gênero, etnia e fluoretação das águas. Foi um estudo transversal realizado com dados do levantamento epidemiológico do Estado de São Paulo, Brasil, 2002, no qual 1.825 adolescentes foram examinados em seus domicílios, por 132 cirurgiões-dentistas em 35 municípios. Utilizaram-se os testes qui-quadrado, Kruskal-Wallis e Mann-Whitney (alfa= 5%. Com o SiC Index, definiu-se um terço dos indivíduos com maior experiência de cárie. O índice CPO-D foi 6,44 (dp = 4,60 e o SiC Index 11,68. O percentual de livres de cárie foi 9,6%. Não houve diferença entre o CPO-D dos municípios com e sem fluoretação, entretanto houve maior porcentagem de livres de cárie nos municípios com água fluoretada. O gênero masculino teve pior condição em relação à cárie que o gênero feminino. Os não-brancos tiveram maior percentual de dentes cariados e perdidos que os brancos. Sugere-se, portanto, a ênfase em estratégias que possam atenuar os danos causados pela progressão da doença, especialmente no grupo com maior experiência de cárie dentária.

  20. Substâncias e medicamentos abortivos utilizados por adolescentes em unidade secundária de saúde - doi:10.5020/18061230.2005.p177

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Rosana do Nascimento Barros

    2012-01-01

    Full Text Available A gravidez na adolescência ocorre quase sempre de modo inesperado. Muitas terminam em aborto provocado. As adolescentes utilizam medicamentos ou chás como métodos que podem levar ao aborto, a anormalidades congênitas, a complicações, ou mesmo à morte. O estudo objetivou identificar e analisar o uso de medicamentos ou outras substâncias como abortivos, por adolescentes; identificando também os motivos para utilizá-las, o grau de instrução das mesmas e avaliando o nível de conhecimento das substâncias ou medicamentos aplicados como prática abortiva. Tratou-se de um estudo transversal, descritivo, observacional, qualitativo com enfoque quantitativo, em que foi aplicado um questionário, a quarenta adolescentes, de 13 a 21 anos de idade, escolhidas aleatoriamente, na prevenção ginecológica e no ambulatório de pediatria do Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI, no período de 22 de setembro a 10 de outubro de 2003. Os resultados mostraram que todas as adolescentes entrevistadas eram alfabetizadas. Dentre as jovens entrevistadas, dez relataram ter utilizado alguma substância ou medicamento para induzir o aborto ou induzir o ciclo menstrual, por se apresentarem grávidas ou com suspeita de gravidez. Citaram-se no estudo, substâncias como o suco artificial de uva, sozinho ou associado à cachaça e “pílula do mato”; e os chás de pimenta do reino, “carrapicho”, “boa-noite” e “quebra-pedra”; os reguladores do ciclo menstrual disponíveis em farmácias e o misoprostol. O misoprostol continua a ser utilizado pela população, mesmo após ampla divulgação dos seus efeitos tóxicos e da alta taxa de aborto incompleto.

  1. Fatores associados à cobertura vacinal em adolescentes Factores asociados a la cobertura por vacunas en adolescentes Factors associated to the vaccination covering in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ayla Maria Calixto de Carvalho

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os fatores associados à condição de estar vacinado entre adolescentes de uma área da Estratégia Saúde da Família de Teresina - PI. MÉTODOS: Estudo de natureza quantitativa e do tipo seccional. A amostra foi constituída por 261 adolescentes e a análise foi realizada por meio da estatística descritiva. RESULTADOS: A cobertura vacinal contra rubéola, sarampo e caxumba foi de 5,4%; para a vacina contra difteria e tétano, foi de 22,9%; para a vacina contra hepatite-B: foi 27,2% e 35,2% para a vacina contra febre amarela. CONCLUSÃO: A baixa cobertura vacinal encontrada neste estudo está relacionada: às oportunidades perdidas de vacinação (65,5%; à deficiência de conhecimento sobre as vacinas, a faixa etária maior de 15 anos (Razão da Prevalência (RP = 2,85; Índice de Confiança (IC 95% = 1,63-4,99; o sexo masculino (RP = 2,04; IC95% =1,15-3,62.OBJETIVO: Analizar los factores asociados a la condición de estar vacunado entre adolescentes, en un área de la Estrategia Salud de la Familia, en la ciudad de Teresina, en el estado de Piauí. MÉTODOS: Estudio de naturaleza cuantitativa y de tipo seccional. La muestra fue constituida por 261 adolescentes y el análisis fue realizado por medio de la estadística descriptiva. RESULTADOS: La cobertura por vacuna contra rubéola, sarampión e caxumba fue de 5,4%; para la vacuna contra la difteria y tétano, fue de 22,9%; para la vacuna contra hepatitis-B, fue 27,2% y de 35,2% para la vacuna contra la fiebre amarilla. CONCLUSIÓN: La baja cobertura por vacunación encontrada en este estudio está relacionada a: 1 las oportunidades perdidas de vacunación (65,5%; a la deficiencia de conocimiento sobre las vacunas, al intervalo de edad mayor de 15 años [Razón de la Prevalencia (RP = 2,85; Índice de Confianza (IC 95% = 1,63-4,99]; al sexo masculino (RP = 2,04; IC95% =1,15-3,62.OBJECTIVE: To analyze the factors associated to the condition of to be vaccinated among

  2. Relação da perda auditiva induzida por ruído e o uso de tabaco em trabalhadores de uma indústria alimentícia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliziane Gai Menin

    2014-04-01

    Full Text Available Objetivo verificar se o uso do tabaco potencializa os efeitos do ruído causados na audição. Métodos 153 trabalhadores de ambos os sexos, fumantes e não-fumantes, de uma indústria do ramo alimentício, escolhidos aleatoriamente dentre 14 setores da empresa, cuja faixa de ruído apresentada teve uma variação de 85 a 109 dBNA, responderam a um questionário sobre tempo e exposição ao ruído bem como hábitos sobre fumo e passaram por exame de audiometria. Resultados os limiares auditivos da via aérea nas frequências de 4.000 Hz e 6.000Hz foram significantemente mais altos no grupo de fumantes/ex-fumantes quando comparados aos não-fumantes tanto na orelha direita quanto na orelha esquerda; limiares estes, característicos da perda auditiva induzida por ruído. Essas diferenças se mantiveram significantes após o ajuste pela idade e pelo tempo de exposição. Conclusão por meio dos resultados obtidos, concluiu-se que o uso do tabaco pode potencializar os danos causados pelo ruído à audição.

  3. PREVALÊNCIA DA DOENÇA CÁRIE E PERIODONTAL EM ADOLESCENTES DE UMA ESCOLA DA REDE PARTICULAR DE QUIXADÁ-CE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anielly Sampaio Barros

    2015-06-01

    Full Text Available É crescente a preocupação de realizar trabalhos sobre obtenção e manutenção da condição da saúde bucal de adolescentes, visto que estes não possuem disciplina ao controle de açúcar na dieta e higiene bucal. O objetivo desse estudo foi avaliar a prevalência de cárie dentária e doença periodontal em adolescentes de uma escola da rede particular do município de Quixadá-Ceará. Trata-se de um estudo do tipo quantitativo, transversal, de caráter descritivo, onde participaram 31 alunos que cursavam o Ensino Médio de uma escola particular, na faixa etária de 14 e 15 anos. Os dados foram coletados a partir de um questionário estruturado e de exames clínicos como odontograma e índice de Sangramento Gengival (ISG realizados por uma única examinadora previamente calibrada. Os dados foram tabulados no Microsoft Excel 2010 e apresentados em forma de gráficos. O resultado da média do índice de dentes Cariados, Perdidos e Obturados (CPO-D os adolescentes foi 3,0 (três, sendo classificado como moderado de acordo com a Organização Mundial de Saúde e o ISG mostrou-se relativamente saudável. Neste estudo, 68% dos participantes alegaram que fazem escovação diária de 3 a 4 vezes por dia e 61% consomem alimentos cariogênicos entre as refeições. Concluiu-se que a prevalência de doença cárie ainda é preocupante para este grupo e a prevalência da doença periodontal foi baixa.

  4. Exercício da sexualidade por adolescentes em ambientes de privação de liberdade The practice of sexuality by adolescents deprived of freedom

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Davis Mattar

    2008-04-01

    Full Text Available Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa cujo principal objetivo foi conhecer como se dá o exercício da sexualidade por parte de adolescentes privados de liberdade. Os dados foram coletados em três estados do nordeste brasileiro, que adotaram a política pública de oferecer visitas 'íntimas' aos jovens em conflito com a lei. Os resultados apresentam o perfil dos adolescentes, a vida sexual e os cuidados com a saúde antes da internação, o exercício da sexualidade no interior da instituição e, por fim, a visita íntima do ponto de vista dos entrevistados. Com base nesses dados e nos direitos dos adolescentes à autonomia; à participação; à igualdade e não discriminação, à integridade corporal e à saúde, essa política pública foi avaliada. Recomendações para aperfeiçoá-la foram tecidas, de modo a melhor atender aos direitos sexuais de jovens privados de liberdade.This article presents the results of a research whose main goal was to know how imprisoned adolescents express their sexuality. The data were collected in three Brazilian northeast states that had adopted the public policy of offering 'intimate' visits to youngsters in conflict with the law. The results present the adolescents' profile, their sexual life and health care before the imprisonment, their sexual life inside the institution and, finally, the 'intimate' visits from the youngsters' point of view. This public policy was evaluated considering both the collected data and the adolescents' rights to autonomy, participation, equality, non-discrimination, corporal integrity and health. As conclusion, recommendations were made in order to make the public policy of 'intimate' visits more adequate to attend the sexual rights of imprisoned adolescents.

  5. Prevalência de cefaleia em adolescentes e associação com uso de computador e jogos eletrônicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle Katherine Andrade Xavier

    2015-11-01

    Full Text Available Este estudo objetivou verificar a prevalência de cefaleia em adolescentes e sua associação com o uso excessivo de computador e jogos eletrônicos. A amostra foi composta por 954 adolescentes (14 a 19 anos, de ambos os sexos, que responderam ao questionário sobre uso de computadores e jogos eletrônicos, presença de cefaleia e atividade física. Foi utilizada a regressão logística binária e multinomial, com nível de significância de 5%. Evidenciou-se alta prevalência de cefaleia (80,6% e elevado tempo de uso de dispositivos eletrônicos. O uso excessivo dos dispositivos eletrônicos mostrou-se fator de risco para cefaleia. Os sujeitos com idade entre 14 e 16 anos apresentaram menor chance de relatar a cefaleia. Em relação ao tipo, 17,9% apresentaram cefaleia do tipo tensional, 19,3% migrânea e 43,4% outros tipos de cefaleia. Os adolescentes com idade entre 14 e 16 anos apresentam menor chance de relatar a cefaleia do tipo tensional e de outros. Estar cursando o terceiro ano e usar excessivamente equipamentos digitais mostraram-se fatores de risco para cefaleia migrânea. Os resultados permitem concluir que o uso excessivo de dispositivos eletrônicos está associado à presença de cefaleia, principalmente do tipo migrânea.

  6. Prevalência e fatores associados ao sobrepeso e à obesidade em adolescentes Prevalence and factors associated to overweight and obesity in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nicole Gomes Terres

    2006-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência e os fatores associados ao sobrepeso e à obesidade em adolescentes de zona urbana. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional, realizado no município de Pelotas, Rio Grande do Sul, de 2001 a 2002. Adolescentes entre 15 e 18 anos de idade foram medidos, pesados e responderam a questionário auto-aplicável. De 90 setores sorteados, foram visitados 86 domicílios em cada setor, totalizando 960 adolescentes. A prevalência de sobrepeso e obesidade foi definida a partir do índice de massa corporal, mediante a utilização dos pontos de corte, ajustados à idade e ao sexo. Realizou-se análise multivariada com regressão de Poisson, considerando um modelo hierárquico das variáveis associadas ao sobrepeso e à obesidade. RESULTADOS: A prevalência de sobrepeso e de obesidade foi 20,9% e 5%, respectivamente. A relação entre a obesidade e idade e escolaridade do adolescente foi inversa. Verificou-se associação de sobrepeso e obesidade com o relato de obesidade dos pais (p=0,03 e maturação sexual do adolescente (p=0,01. Os hábitos de fazer dieta e omitir refeições foram associados à obesidade, com riscos de 3,98 (IC 95%: 1,83-8,67 e 2,54 (IC 95%: 1,22-5,29, respectivamente. CONCLUSÕES: A prevalência de sobrepeso e obesidade na região são preocupantes a despeito do comportamento dos adolescentes para prevenir a obesidade. É necessária a implantação de campanhas mais eficazes, direcionadas a orientar melhor os adolescentes.OBJECTIVE: To assess the prevalence and factors associated to overweight and obesity in urban area adolescents. METHODS: A cross-sectional population-based study was carried out in the municipality of Pelotas, Southern Brazil, between 2001 and 2002. Adolescents between 15 and 18 years old were weighed, measured and asked to complete a self-administered questionnaire. Of 90 areas drawn, 86 dwellings were visited in each area, comprising a total of 960 adolescents

  7. Suicídio, lesões e envenenamento em adolescentes: um estudo epidemiológico Suicidio, lesiones y envenemiento de adolescentes: un estudio epidemiológico Suicide, lesions and poisoning of adolescents: an epidemiological study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Fortaleza Teixeira

    1997-05-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo epidemiológico dos casos de Suicídio e Lesões auto-infligidas (E950 a E959 e Lesões em que se ignora se foram acidental ou intencionalmente infligidas (E980 a E989 em adolescentes atendidos no setor de urgências psiquiátricas de um hospital-escola de Ribeirão Preto (S.P., durante o período de 1988 a 1991. Os diagnósticos foram agrupados segundo o CID-9. Os dados foram obtidos a partir do Serviço de Estatística do Hospital. O sexo feminino predominou nos 4 anos nos dois grupos diagnósticos. Observou-se um aumento dos casos de E950 a E959 no decorrer do período; enquanto houve uma diminuição de E980 a E989; em adolescentes.La presente investigación consta de un estudio epidemiológico de los casos de suicidio y lesiones auto-inflingidas (E950 a E959 y lesiones en que se ignora si fueron acidentales o intencionales (E980 a E989. La población fue adolescentes asistidos en el Sector de Urgencias Psiquiátricas, de un hospital universitário de la ciudad de Ribeirão Preto (S.P., durante el período de 1988 a 1991. Los datos fueron obtenidos en el Servicio de Estadística del Hospital; se agruparon los casos según diagnósticos (CID-9 y datos demográficos relevantes. Los resultados han evidenciado: el predominio del sexo femenino en los dos grupos diagnósticos y un aumento de los casos de E950 a E959, en cuanto hubo una disminución de los E980 a E989 entre los adolescentes, en el periodo estudiado.This is an epidemiological study on Self-Inflicted Suicide and Lesions (E950 to E959 that we do not know if they are accidentally or intentionally inflicted (E980 to E989 among adolescents attended in a Psychiatric Ward at an Emergency Service in Ribeirão Preto, S.P., Brazil, from 1988 to 1991. The diagnoses were grouped according to CID-9. Data were obtained from the Hospital Statistics Service. The feminine sex predominated in the 4 years and in both diagnoses. It was observed that the occurrence of E950 to E959

  8. Reincidência da gravidez em adolescentes de Teresina, PI, Brasil Reincidencia del embarazo en adolescentes de Teresina, PI, Brasil Relapse into preganancy in adolescents from Teresina, PI, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inez Sampaio Nery

    2011-02-01

    Full Text Available A gravidez na adolescência é um problema de saúde pública, tornando-se mais grave em virtude da reincidência. De 1,1 milhões de parturientes adolescentes, 25% tem um filho. Objetivou-se analisar os fatores sócio-econômico-cultural e obstétrico da reincidência de gravidez na adolescência em Teresina, PI, Brasil por meio de um estudo interrelacional retrospectivo. A amostra incluiu 464 jovens que finalizaram uma gestação no primeiro quadrimestre de 2006. Destas, 47,6% encontrava-se em união consensual; 69,6% fora da escola; 86,9% com escolaridade inadequada para a idade; 72,2% sem trabalho remunerado. Este perfil evidencia a escassez de políticas públicas que contemplem o adolescente. A elaboração e efetivação dessas políticas deveriam incluir família, escola e comunidade para redução dos indicadores de gravidez e doenças sexualmente transmissíveisEl embarazo en la adolescencia es un problema de salud pública, tornándose más grave en virtud de la reincidencia. De 1,1 millones de parturientes adolescentes, 25% ya tienen un hijo. Objetivamos analizar los factores socios económicos culturales y obstétricos de la reincidencia del embarazo en la adolescencia en Teresina, PI, Brazil por medio de un estudio interrelacional retrospectivo. La muestra incluye 464 jóvenes que finalizaron una gestación en el primer cuadrimestre de 2006. De estas, 47,6% estaban en unión consensual; 69.6% fuera de la escuela; 86,9% con escolaridad inadecuada para la edad; 72,2% sin trabajo remunerado. Este perfil evidencia la escasez de políticas públicas que contemplen el adolescente. La elaboración y efectuación de esas políticas deberían incluir la familia, la escuela y la comunidad para reducción de los indicadores de embarazo y enfermedades sexualmente transmisiblesPregnancy in adolescence is a public health problem, and relapse rates make it even more serious. Out of 1,1 million parturient adolescents, 25% have a child already. We

  9. La escuela básica en la prevención del consumo de alcohol y tabaco: retrato de una realidad A escola fundamental na prevenção do consumo de álcool e tabaco: retrato de uma realidade Basic education in the prevention of alcohol consumption and smoking: a reality report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luz María Carvajal Chávez

    2005-10-01

    Full Text Available El uso de alcohol, drogas es un fenómeno social que constituye un grave problema para la Salud Pública, con consecuencias personales, familiares y sociales. El presente estudio es de naturaleza exploratoria-descriptiva cuyo objetivo fue evaluar las condiciones ambientales de una escuela de enseñanza básica con la finalidad de identificar los posibles factores de riesgo que pueden contribuir para el consumo de alcohol y tabaco de niños y adolescentes. Se realizaron entrevistas a escolares y profesores por medio de un guía preestablecido, conservando el anonimato. Los resultados evidencian que la edad predominante es de 10 a 11 años con el 66,6%. Los niños/as expuestos a factores de riesgo asociados a problemas escolares, baja autoestima y problemas familiares. El 15,6% ha experimentado alcohol; tabaco el 13,4%. Los profesores acreditan que los niños no consumen alcohol, tabaco/drogas, solo hay problemas de conductas.O uso de álcool e drogas é um fenômeno social representando um grave problema para a Saúde Pública, com conseqüências pessoais, familiares e sociais. O presente estudo descritivo-exploratório, tem como objetivo avaliar a escola básica com vistas a identificar os principais fatores de risco associados ao consumo de álcool e tabaco bem como, apontar as medidas de prevenção e controle em escolares. Foram realizadas entrevistas com os respectivos escolares e professores por meio de um instrumento estruturado pré-estabelecido. Os resultados evidenciaram que 66% tem idade de 10 a 11 anos . Os principais fatores de riscos foram problemas escolares, baixa auto-estima e familiares. Com relação ao uso de drogas entre os alunos entrevistados obteve-se que 15,6% álcool e 13,4% fumo. Os referidos professores apontam sérios agravos entre os escolares, inclusive de conduta, embora reconheçam que o consumo de álcool/tabaco seja insignificante.The use of alcohol and drugs is a social issue that constitutes serious problem

  10. Estudo de ideação suicida em adolescentes de 15 a 19 anos Study of suicide ideation in adolescents from 15 to 19 years old

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vivian Roxo Borges

    2006-12-01

    Full Text Available Este estudo objetivou identificar a presença de ideação suicida em adolescentes da população geral, da cidade de Porto Alegre, com idades entre 15 e 19 anos; caracterizar os adolescentes com e sem ideação suicida quanto à intensidade de depressão/desesperança; identificar, nos adolescentes com ideação suicida, o nível de associação entre ideação suicida e depressão/desesperança e identificar, nos adolescentes com ideação suicida, quais variáveis foram encontradas como mais associadas à ideação suicida. Utilizou-se uma ficha de dados sócio-demográficos, Escala de Ideação Suicida de Beck, Inventário de Depressão de Beck e Escala de Desesperança de Beck. Os dados foram analisados através do cálculo de freqüências, pelo teste qui-quadrado e regressão logística. Dos 526 adolescentes da amostra, 36% apresentaram ideação suicida. Destes, 36% apresentaram sintomas de depressão e 28,6% de desesperança (moderada e/ou grave. As variáveis mais associadas à ideação suicida foram: sexo feminino, tentativa de suicídio de amigo, depressão e desesperança.This study aimed at identifying suicide ideation among adolescents aged 15 to 19 years old within the general population of Porto Alegre city, Brazil; characterizing adolescents with and without suicide ideation as to depression/hopelessness intensity; identifying suicide ideation, association level between suicide ideation and depression/hopelessness in those youngsters; as well as identifying the variables most associated to suicide ideation in those adolescents showing this behavior. A social-demographic datasheet, Beck Scale for Suicide Ideation, Beck Depression Inventory and Beck Hopelessness Scale were used. Data were submitted to frequency calculation, chi-square test and logistic regression analysis. From the 526 adolescents in the sample, 36% presented suicide ideation. Out of them, 36% showed depression symptoms and 28,6% hopelessness (moderate and

  11. Bullying and associated factors in adolescents aged 11 to 15 years Bullying e fatores associados em adolescentes com idade entre 11 e 15 anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Azevedo da Silva

    2012-01-01

    Full Text Available INTRODUCTION: Bullying among adolescents has become the subject of extensive research due to its negative effects on attitude and behavior. However, Brazilian literature on the topic is scarce. OBJECTIVE: To assess bullying and associated factors among adolescents in a population-based sample in southern Brazil. METHOD: Population-based, cross-sectional study with adolescents aged 11 to 15 years living in the municipality of Pelotas, state of Rio Grande do Sul, Brazil. RESULTS: A total of 1,145 adolescents were included. Bullying behaviors and attitudes were found to be associated with the following factors: intentionally skipping classes, failing at school, using alcohol, smoking cigarettes, using illegal drugs, having engaged in sexual intercourse, carrying a weapon, being involved in an accident/being run over by any vehicle, and being involved in fights with physical aggression. CONCLUSION: Bullying is associated with several behaviors that pose risk to the adolescents' physical and psychological health.INTRODUÇÃO: O bullying entre adolescentes tem sido objeto de várias pesquisas devido aos prejuízos comportamentais que acarreta. Contudo, a literatura brasileira sobre o tema é escassa. OBJETIVO: Avaliar comportamentos de bullying e fatores associados em uma amostra de base populacional de adolescentes vivendo no sul do Brasil. MÉTODO: Estudo transversal, de base populacional, com adolescentes de 11 a 15 anos de idade residentes na cidade de Pelotas, RS, Brasil. RESULTADOS: Um total de 1.145 adolescentes foram selecionados. Os comportamentos e atitudes de bullying mostraram-se associados aos seguintes fatores: faltar aula intencionalmente, reprovar algum ano na escola, usar álcool, cigarro e/ou drogas ilícitas, ter tido relações sexuais, portar arma, sofrer algum acidente ou atropelamento e brigar e/ou agredir alguém. CONCLUSÃO: O bullying esteve associado com vários comportamentos considerados de risco para a saúde física e

  12. Prevalência de síndrome metabólica e fatores associados em adolescentes de 11 a 17 anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Durcelina Schiavoni Bortoloti

    2015-12-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2015v17n6p683   A adoção de comportamentos de risco à saúde (reduzido nível de atividade física habitual, consumo inadequado de alimentos e nutrientes, entre outros tem aumentado a prevalência de sobrepeso/obesidade, particularmente, em adolescentes. Assim, o número de disfunções e doenças metabólicas tem crescido nesta população. Portanto, o objetivo deste estudo foi identificar a prevalência de Síndrome Metabólica (SM e analisar a sua associação com a prática esportiva e excesso de peso em adolescentes de 11 a 17 anos. Seiscentos e oitenta e três meninos (n = 301 e meninas (n = 382 foram selecionados aleatoriamente para comporem a amostra. A prevalência de SM foi estabelecida com base nos valores de glicose em jejum, triglicerídeos, lipoproteínas de alta densidade (HDL-c, circunferência de cintura e pressão arterial, de acordo com os pontos de corte recomendados pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (2005. O estado nutricional, prática de esporte, nível socioeconômico e consumo de álcool foram analisados como fatores de risco associados a SM. A presença de um ou mais fatores de risco foi identificada em 39,5% e 22,5% da amostra, respectivamente. Os componentes da SM mais prevalentes foram HDL-c reduzida (44,7%, pressão arterial sistólica elevada (32,4% e triglicérides elevado (18,6%. A presença de SM foi associada ao excesso de peso e a ausência da prática de esportes (P < 0,05. Os resultados indicaram uma prevalência total de SM na ordem de 5,4% em adolescentes de ambos os sexos. Adicionalmente, o excesso de peso e ausência da prática de esportes foram os principais fatores associados com a SM.

  13. Mudança na suscetibilidade à hepatite A em crianças e adolescentes na última década

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lenita S Krebs

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Estimar a prevalência de anticorpos contra hepatite A (anti-VHA em grupo de crianças e adolescentes de laboratório público e privado em Porto Alegre e comparar com estudo realizado na década anterior. MÉTODOS: Entre 2007 e 2008 foi realizado estudo transversal onde foram incluídas, consecutivamente, 465 amostras de soros de crianças e adolescentes entre 1 e 19 anos de idade para determinar a prevalência de anticorpos anti-VHA total. As amostras foram fornecidas por laboratório público (grupo 1, que atende somente Sistema Único de Saúde, e por laboratório privado (grupo 2, representando os estratos socioeconômicos mais baixo e mais alto, respectivamente. O teste foi realizado em único laboratório (eletroquimioluminescência, Roche Diagnostics. Resultados > 20 UI/L foram considerados positivos. RESULTADOS: A soroprevalência de anti-VHA no grupo 1 foi de 37,6% e o percentual de positividade aumentou conforme a idade, variando de 19,4% entre 1-4 anos a 54,1% entre 15-19 anos. No grupo 2, a frequência de anti-VHA foi de 46,1% e foi inversamente relacionada à idade, caindo de cerca de 50,0% nas faixas etárias menores para 29,1% aos 15-19 anos. Houve diminuição significativa na prevalência do anti-VHA nas crianças de 5-9 anos do grupo 1 (p = 0,03, quando comparadas com estudo realizado na década de 1990. CONCLUSÕES: Os resultados sugerem queda na endemicidade da hepatite A em Porto Alegre na última década e indicam maior suscetibilidade à doença em crianças e adolescentes, principalmente no estrato socioeconômico mais baixo.

  14. Prevalência do anticorpo da hepatite A em crianças e adolescentes com hepatopatia crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferreira Cristina T.

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a prevalência de hepatite viral A (HVA em crianças e adolescentes portadores de doenças crônicas do fígado, em um serviço de hepatologia pediátrica. Métodos: entre maio de 1999 e fevereiro de 2001, foi estudada a prevalência de anticorpos anti-HVA total em 60 crianças e adolescentes, entre 1 e 16 anos de idade, portadoras de hepatopatias crônicas, provenientes da unidade de gastroenterologia pediátrica e programa de transplante hepático infantil do serviço de pediatria do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. O anti-HVA, realizado através de um teste laboratorial comercialmente disponível em nosso meio (Abbott - MEIA HAVAB - sistema AXSYM, foi determinado e relacionado com a idade, com o sexo, com a cor, com o diagnóstico etiológico da hepatopatia e com a renda familiar dos pacientes. Resultados: apenas uma criança de 1 ano, portadora de atresia biliar, foi excluída do estudo por apresentar anti-HVA indeterminado, em duas ocasiões. Das 59 crianças restantes, 14 (24% apresentavam resultados positivos para o anti-HVA total. As idades dos pacientes com anti-HVA positivos variaram de 1 a 16 anos (x= 7,7 anos e mediana 8,5 anos. Não houve diferença significante entre idade, sexo e cor entre os grupos positivo e negativo. A renda familiar foi menor no grupo dos pacientes anti-HVA positivo, mas não mostrou diferença estatística significante. A diferença de prevalência de anti-HVA entre as etiologias das hepatopatias está, provavelmente, relacionada à idade mais do que ao diagnóstico. Conclusões: na população estudada, a maioria (76% das crianças e adolescentes portadoras de hepatopatias crônicas é suscetível à infecção pelo vírus A, podendo apresentar, portanto, um curso mais grave e complicações, se adquirirem HVA. Sugerimos, então, que esses pacientes devam receber a vacina inativada contra HVA.

  15. Fatores de risco para dependência de álcool em adolescentes Factores de riesgo en adolescentes con dependencia al alcohol Risk factors for alcohol dependence in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Rozin

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar os fatores de risco para dependência do álcool na adolescência. MÉTODOS: Revisão integrativa com 21 artigos publicados entre 2000 e 2009, capturados nas bases de dados LILACS, BVS, MEDLINE, COCHRANE e IBECS com as palavras-chave: adolescência, risco para dependência e álcool. RESULTADOS: Há evidências de que o álcool é a droga mais consumida por adolescentes, com início entre 14 a 16 anos. Os fatores de risco para dependência estão relacionados ao início precoce do uso, influência da mídia, relacionamento conturbado com os pais, uso por membro da família, abuso sexual, violência doméstica, baixa autoestima, curiosidade, pressão de colegas, entre outros. Apontam a vulnerabilidade genética para a dependência do álcool e controvérsias em relação ao gênero e classe social. CONCLUSÃO: Os serviços de saúde devem incorporar estratégias preventivas de identificação de riscos para a dependência, controle e acompanhamento específicos ao grupo de adolescentes dependentes.OBJETIVO: Identificar los factores de riesgo en adolescentes con dependencia al alcohol. MÉTODOS: Revisión integrativa realizada con 21 artículos publicados entre 2000 y 2009, identificados en las bases de datos LILACS, BVS, MEDLINE, COCHRANE e IBECS con las palabras-clave: adolescencia, riesgo a dependencia y alcohol. RESULTADOS: Hay evidencias de que el alcohol es la droga más consumida por adolescentes, con inicio entre 14 a 16 años. Los factores de riesgo para la dependencia están relacionados al inicio precoz del uso, influencia de los medios de comunicación, relacionamiento conturbado con los padres, uso por un miembro de la familia, abuso sexual, violencia doméstica, baja autoestima, curiosidad, presión de colegas, entre otros. Apuntan la vulnerabilidad genética para la dependencia al alcohol y controversias en relación al género y clase social. CONCLUSIÓN: Los servicios de salud deben incorporar estrategias

  16. Expectativas de adolescentes em relação a mudanças do perfil nutricional Expectations of adolescents in relation to the changes of nutritional profile

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Déa Braga

    2007-10-01

    Full Text Available Este estudo apresenta resultados de uma pesquisa de natureza quanti-qualitativa sobre nutrição em adolescentes, atendidos no Centro Salesiano do Menor, localizado em Vitória (ES. Objetivou-se identificar o perfil nutricional e as expectativas dos adolescentes em relação a mudanças no perfil nutricional. Foram realizadas entrevistas com perguntas abertas e fechadas com 43 adolescentes na faixa etária de 14 a 17 anos e coletados dados antropométricos para avaliação do estado nutricional, segundo o Índice de Massa Corporal (IMC. Fragmentos dos discursos foram selecionados e transcritos no texto como forma de elucidação das respostas abertas. A maioria (86% dos adolescentes foi classificada como eutrófica e revelou descontentamento com o corpo e grande preocupação com a beleza. Resultados evidenciaram a importância dada à estética, como principal motivo para desejarem mudanças. Foram relatadas dificuldades no que diz respeito ao controle alimentar e à realização de atividade física. Sentimento de discriminação da sociedade aos que não correspondem ao padrão de beleza apareceu nas respostas dos adolescentes. Conclui-se que os adolescentes estudados apresentam percepção de seu peso não condizente com os resultados encontrados na avaliação nutricional e baixa auto-estima, desejando mudanças.This article presents results of a research of nature quanti-qualitative on nutrition and adolescents of Centro Salesiano do Menor, located in Vitória (ES. The aim of this study was to know the nutritional profile and expectations of the adolescents in relation the changes in the nutritional profile. Structured interview with subjective and objective questions was realized with 43 adolescents 14 to 17 years old and collected anthropometric date to valuation of the state nutritional according to the body mass index (BMI. Fragments of the speeches were selected and transcripts in the text as form of briefing of the open answers. The

  17. Cicatrizes de acne em adolescentes masculinos de 18 anos : um estudo de base populacional de prevalência de fatores associados

    OpenAIRE

    Lauermann, Fernanda Tcatch

    2015-01-01

    A acne vulgar é uma desordem da unidade pilossebácea com prevalência de 85-90% em adolescentes (1,2). Um fator que adiciona impacto e importância a patologia é a predominância nesta faixa etária, uma fase da vida que por si só já carrega muitas preocupações com autoestima e imagem. Na grande maioria dos casos a doença cessa aos 23-25 anos de idade, mas em até 14% dos indivíduos o quadro pode persistir (3), e essaobservação contraria a afirmação de que a acne é exclusivamente...

  18. Aptidão cardiorrespiratória e fatores de risco para hipertensão arterial em adolescentes = Cardiorespiratory fitness and risk factors for high blood pressure among adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pereira, Cleilton Holanda

    2014-01-01

    Conclusões: Em adolescentes de nível socioeconômico baixo, elevados índices de massa corporal foram associados a aumento da pressão arterial. O excesso de peso, a baixa aptidão cardiorrespiratória e a pressão arterial acima do normal foram prevalentes nessa população

  19. Prevalência e fatores associados à obesidade abdominal em adolescentes Prevalencia y factores asociados a la obesidad abdominal en adolescentes Prevalence of abdominal obesity and associated factors in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Romanzini

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a prevalência de obesidade abdominal e sua associação com fatores demográficos, econômicos e estilo de vida em adolescentes. MÉTODOS: Estudo transversal conduzido em 644 adolescentes (397 do sexo feminino e 247 do masculino, de 15 a 19 anos. Foram coletadas informações demográficas (sexo e idade, econômicas (nível econômico e comportamentais (atividade física, alimentação, tabagismo e etilismo. A obesidade abdominal (desfecho foi determinada com base em pontos de corte para a circunferência de cintura, específicos ao sexo e à idade. A análise multivariada foi realizada por meio de regressão logística, estimando-se Odds Ratios (OR brutas e ajustadas, com intervalo de confiança de 95%. RESULTADOS: A prevalência de obesidade abdominal foi de 7,5%. Adolescentes do sexo masculino (OR 2,34; IC95% 1,27-4,32, de nível econômico intermediário (OR 2,89; IC95% 1,35-6,19 e alto (OR 2,98; IC95% 1,31-6,77 e que consumiam bebida alcoólica de forma abusiva (OR 2,12; IC95% 1,10-4,09 apresentaram maior chance de possuírem obesidade abdominal. CONCLUSÕES: A prevalência de obesidade abdominal foi baixa em comparação aos estudos internacionais. Ademais, encontrou-se que o sexo, o nível econômico e o consumo abusivo de álcool se associaram à obesidade abdominal.OBJETIVO: Verificar la prevalencia de obesidad abdominal y su asociación con factores demográficos, económicos y estilo de vida en adolescentes. MÉTODOS: Estudio transversal conducido en 644 adolescentes (397 del sexo masculino y 247 del femenino de 15 a 18 años. Se recogieron informaciones demográficas (sexo, edad, económicas (nivel económico y comportamentales (actividad física, alimentación, tabaquismo, alcoholismo. La obesidad abdominal (desfecho fue determinada con base en puntos de corte para la circunferencia de la cintura, específicos al sexo y la edad. El análisis multivariado se realizó mediante regresión logística, estimando

  20. Sintomas respiratórios e qualidade de vida em adolescentes

    OpenAIRE

    Pereira, Carlos; Barros, Henrique

    2016-01-01

    Em 1948, a OMS definiu saúde como o completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade1. Paralelamente, o conceito de qualidade de vida relacionada com a saúde assume uma nova dimensão e passa a englobar os três domínios fundamentais expressos na definição: o físico, o psíquico e o social2,3. Assim, o termo qualidade de vida evidencia aspectos muito diversificados que são influenciados pelas experiências, crenças, expectativas e, particularmente, as pe...

  1. Prevalence and correlates of physical activity among adolescents from Southern Brazil Prevalencia de actividad física en adolescentes y factores asociados Prevalência de atividade física em adolescentes e fatores associados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samuel C Dumith

    2010-06-01

    actividad física de ocio fue 75,6% mientras que 73,4% presentaron alguna forma de traslado activo para la escuela. La prevalencia de actividad física total (escore ³ 300 min/sem fue 48,2% siendo mayor para los niños (62,6% que para las niñas (34,5%. Además, la prevalencia aumentó de acuerdo con el número de actividades físicas practicadas (pOBJETIVO: Estimar a prevalência de atividade física entre adolescentes e identificar fatores associados. MÉTODOS: Estudo transversal aninhado em uma coorte com 4.325 indivíduos de 14-15 anos em Pelotas, RS, em 2008. A atividade física foi analisada por meio de três diferentes abordagens: 1 prevalência de alguma atividade física de lazer; 2 prevalência de algum deslocamento ativo para a escola; 3 prevalência de engajamento em pelo menos 300 minutos por semana da combinação de ambos (1 e 2. Variáveis independentes incluíram características demográficas, socioeconômicas, comportamentais, sociais e biológicas e número de atividades físicas praticadas no tempo de lazer. As análises estatísticas foram feitas pela regressão de Poisson. RESULTADOS: A proporção de adolescentes envolvidos em alguma atividade física de lazer foi 75,6%, enquanto 73,4% apresentou alguma forma de deslocamento ativo para a escola. A prevalência de atividade física total (escore > 300 min/sem foi 48,2%, sendo maior para os meninos (62,6% do que para as meninas (34,5%. Além disso, a prevalência aumentou de acordo com o número de atividades físicas praticadas (p < 0,001. Os fatores associados à maior prática de atividade física (lazer + deslocamento nos níveis recomendados foram: cor de pele não-branca, ter repetido de ano na escola e jogar videogame. As variáveis menor nível socioeconômico, maior tempo de uso de computador e atividade física dos pais estiveram associadas ao desfecho apenas entre as meninas. CONCLUSÕES: Menos da metade dos adolescentes atingiu as recomendações para a prática de atividade física, e

  2. Caracterização de adolescentes do sexo masculino em relação a comportamentos antissociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Vilela Komatsu

    2015-01-01

    Full Text Available El objetivo de este estudio es caracterizar los comportamientosdivergentes e infraccionales en muestras de adolescentes brasileños, compuestas por 133 adolescentesde la población en general, reclutados de las escuelas públicas, y otros 60 adolescentes judicializados,reclutados de programas de medida judicial. Los participantes respondieron a un cuestionario decomportamiento juvenil, incluyendo comportamientos divergentes y delictivos. Resultados: la mayoríade los adolescentes de la población ya usó alcohol (61%, ya cometieron algún acto delictivo (77% yuna pequeña parte ya hizo uso de marihuana (12%. Entre los judicializados, todos revelaran delitosy 93% uso de alcohol y 85% el consumo de marihuana. La media del número de delitos distintos yahecho y el número de delitos en el último año fue significativamente mayor entre los adolescentesjudicializados.

  3. Fatores associados ao hábito de assistir TV em excesso entre adolescentes Factors associated with excessive television watching among adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Dal Bó Campagnolo

    2008-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a freqüência com que os adolescentes assistem televis��o na região Sul do Brasil e quais fatores estão associados a esse comportamento. MÉTODOS: Estudo transversal, com 722 adolescentes entre 10 e 19 anos. Foi calculado a média de horas diárias que os adolescentes assistiam televisão. Foi realizada análise de regressão logística para analisar possível associação entre fatores sociodemográfico, antropométricos, atividade física, sexo e idade, com o hábito de assistir mais do que 4 horas diárias de televisão. RESULTADOS: Entre os adolescentes estudados, 41,1% assistiam mais do 4 horas de TV por dia. A prevalência de adolescentes que assistiam > 4h de TV foi maior entre aqueles com menos de 16 anos. Ser filho de mãe com escolaridade maior do que 8 anos (OR 1,9; IC 1,25-2,89 e possuir circunferência da cintura maior do que o percentil 80 (OR 2,77; IC 1,33-5,77 foi positivamente associado ao hábito de assistir televisão mais do que 4 horas diárias. CONCLUSÕES: Maior escolaridade materna e circunferência da cintura maior do que o percentil 80 estão associados ao comportamento de assistir TV em excesso entre os adolescentes. Esses achados devem ser utilizados para direcionar a elaboração de programas de saúde pública, especialmente por meio das escolas, enfocando adolescentes com faixa etária entre 10 e 15 anos, assim como devem servir de alerta para os profissionais de saúde e educadores.OBJECTIVE: to evaluate the frequency adolescents watch TV in southern Brazil and which factors are associated with this behavior. METHODS: This was a cross-sectional study. The sample consisted of 722 adolescents between 10 and 19 years of age. Logistic regression analysis was used to verify association between socio-demographic and anthropometric factors, physical activity, age and sex with the adolescents who watched TV for more than four daily hours. RESULTS: Forty-one percent of the adolescents watched more

  4. Elaboração do protocolo para avaliação forense de adolescentes em acolhimento institucional

    OpenAIRE

    Sales, Synara Sepúlveda

    2016-01-01

    O presente trabalho teve como objetivo elaborar um protocolo de avaliação forense para um grupo de adolescentes no momento de recepção do acolhimento institucional, a fim de proporcionar o encaminhamento para intervenções personalizadas, bem como a caracterização da amostra quanto a investigação, viabilidade e aplicabilidade do protocolo. O protocolo foi constituído por instrumentos que permitem caracterizar o adolescente e indicar as ações apropriadas que serão ofertadas ao jo...

  5. Indicações do teste ergométrico em crianças e adolescentes Indicaciones de la prueba ergométrica en niños y adolescentes Exercise test indications in children and adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Odwaldo Barbosa e Silva

    2004-10-01

    Full Text Available O teste ergométrico (TE é um procedimento de baixo risco e com complicações extremamente raras, principalmente na população pediátrica. Nesta revisão são apresentadas as principais indicações do TE nas crianças e adolescentes (idade até 19 anos, como um método de avaliação diagnóstica, prognóstica e funcional em diversas situações: avaliação da capacidade física, avaliação de sintomas relacionados ao exercício, avaliação de tratamento clínico e cirúrgico em portadores de miocardiopatias, cardiopatias congênitas e valvares, asmáticos e avaliação pré-participação em programas de atividades físicas, entre outras.La prueba ergomética (PE es un procedimiento de bajo riesgo y con complicaciones extremamente raras, principalmente en los niños. En este estudio, se presentan las principales indicaciones de la PE para niños y adolescentes (edad hasta 19 años, como un método de evaluación diagnóstica, prognóstica y funcional en diversas situaciones: evaluación de la capacidad física, evaluación de síntomas relacionados al ejercicio, evaluación de tratamiento clínico y cirúgico en portadores de miocardiopatias, cardiopatias congénitas y valvares y asmáticos y evaluación de pre-participación en programas de actividades físicas, entre otras.The exercise test (ET is a low-risk procedure that presents extremely rare complications, especially among pediatric age populations. In this reviewing, the main ET indications in children and adolescents (age up to 19 years are presented as a method of diagnostic, prognostic and functional evaluation in several situations: evaluation of the physical capacity, evaluation of symptoms related to exercise, evaluation of clinical and surgical treatments in patients with cardiomyopathies, congenital and valvar cardiopathies, asthmatic patients and pre-participation in physical activities programs, among others.

  6. Estágios de mudança de comportamento para a atividade física em adolescentes Stages of change for physical activity among adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilma Kelly Ribeiro de Oliveira

    2012-03-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi identificar e descrever fatores associados à distribuição em relação aos estágios de mudança de comportamento para prática de atividade física (EMCAF em adolescentes. Trata-se de um estudo transversal desenvolvido mediante análise de dados de 4.207 adolescentes (14-19 anos, estudantes da rede pública estadual de ensino médio do estado de Pernambuco, selecionados em processo amostral por conglomerados em dois estágios. Dados foram coletados mediante uso de questionário previamente testado (GSHS-WHO, adotando-se a seguinte classificação para os EMCAF: (1 manutenção, sujeito fisicamente ativo há mais de 6 meses; (2 ação, sujeito fisicamente ativo há menos de 6 meses; (3 preparação, sujeito não é, mas pretende se tornar fisicamente ativo nos próximos 30 dias; (4 contemplação, sujeito não é, mas pretende se tornar fisicamente ativo nos próximos 6 meses; e (5 pré-contemplação, sujeito não é e não pretende se tornar fisicamente ativo nos próximos 6 meses. Análises de regressão logística ordinal foram empregadas para identificar fatores associados ao EMCAF. Verificou-se que 31,1 e 16,4% dos sujeitos, respectivamente, encontravam-se nos estágios de manutenção e ação. Os rapazes de 14-16 anos e, independente do sexo, os adolescentes que trabalhavam e residiam na região litorânea do estado tinham maiores chances de referir que se encontravam nos estágios de ação e manutenção. Idade para os adolescentes do sexo masculino e trabalho e região de residência para os adolescentes de ambos os sexos foram identificados como fatores associados aos EMCAF.The objective of this study was to identify and to describe factors associated with the distribution in relation to the stages of change for physical activity (SCPA in adolescents. This cross-sectional study was carried out through data analysis from a sample of 4,207 adolescents high-school students (14-19 years old from the state of

  7. Duração do sono em adolescentes de diferentes níveis socioeconômicos Sleep duration in adolescents of different socioeconomic status

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Perpeto Socorro Leite Bernardo

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a duração de sono na adolescência em diferentes níveis socioeconômicos. MÉTODO: Foram investigados 863 adolescentes de 10 a 19 anos em duas escolas de São Paulo, SP, Brasil. As coletas foram realizadas por meio de questionários para identificação de informações sobre os hábitos de sono e nível socioeconômico. RESULTADOS: A duração média de sono nos dias da semana foi de 8,83(1,87 horas e a prevalência de adolescentes com duração de sono de oito ou menos horas diárias foi de 39,0% nos dias com aula. Adolescentes da classe baixa apresentaram menor duração do sono (p = 0,043. Na análise ajustada, a idade, o nível socioeconômico e o hábito de tirar a sesta foram os principais fatores associados a poucas horas de sono. Os participantes de 18 a 19 anos apresentaram maior prevalência de poucas horas de sono em comparação aos de 10 a 11 anos (PR = 4,78; CI95%: 1,98-11,53, assim como os adolescentes da classe alta em comparação com a classe baixa (PR = 1,48; CI95%: 1,20-1,83. CONCLUSÃO: Os resultados mostraram associações entre o nível socioeconômico e os hábitos de sono de adolescentes.OBJECTIVE: To investigate the sleep duration in adolescents of different socioeconomic status. METHOD: We investigated 863 adolescents from 10 to 19 years in two schools in São Paulo, SP, Brazil. Sleep habits data and socioeconomic status were obtained by questionnaires. RESULTS: Mean sleep duration on days of the week was 8.83(1.87 hours and the prevalence of adolescents with eight or fewer hours/day was 39.0% on school days (p = 0.043. On adjusted analysis, age, socioeconomic status and taking a nap habit were the main factors associated with few hours of sleep. Older students (aged 18 to 19 years showed higher prevalence of few hours of sleep when compared to younger students (10 to 11 years (RP = 4.78; IC95%: 1.98-11.53, as well as for upper class adolescents when compared to those with lower socioeconomic

  8. Automedicação em crianças e adolescentes Self-medication in children and adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francis S. V. T. Pereira

    2007-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência da automedicação em crianças e adolescentes dos municípios de Limeira e Piracicaba (SP, correlacionando-a a indicadores sociodemográficos e utilização de serviços de saúde (pública ou privada. MÉTODOS: Estudo descritivo tipo inquérito populacional domiciliar de uma amostra aleatória simples de ambos os municípios, constituída de 772 moradores procedentes de 85 setores censitários selecionados por meio de amostragem por conglomerado. Critérios de inclusão: idade OBJECTIVE: To determine the prevalence of self-medication in children and adolescents in the municipalities of Limeira and Piracicaba, state of São Paulo, and to correlate results with sociodemographic indicators and with the use of health care services (public or private. METHODS: Descriptive population-based study of a simple random sample from the two municipalities, comprised of 772 inhabitants from 85 urban census sectors selected through cluster sampling. Inclusion criteria: age < 18 years; interview with one parent/tutor; consumption of at least one drug in the previous 15 days. Subjects were divided into two study groups according to their pattern of drug use: self-medication (lay advice and medical prescription. Linear association tests, descriptive analysis of variables and multiple logistic regression tests were carried out to analyze data. RESULTS: The prevalence of self-medication was 56.6%. Mothers (51% and drugstore employees (20.1% were most frequently responsible for self-medication. The main groups of self-prescribed drugs were: analgesic/antipyretic and non-hormonal anti-inflammatory drugs (52.9%; drugs acting on the respiratory tract (15.4% and gastrointestinal drugs (9.6%; and systemic antibiotics (8.6%. The situation that most commonly motivated self-medication were respiratory diseases (17.2%, fever (15%, and headache (14%. Subjects in the age group of 7-18 years (odds ratio = 2.81 and public health care users

  9. Fatores associados ao comportamento alimentar inadequado em adolescentes escolares Factors associated with inappropriate eating behavior in adolescent students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2013-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Evidências demonstram que a prevalência do comportamento alimentar inadequado (CAI entre jovens tem aumentado nos últimos anos. Parece que a insatisfação corporal (IC, a prática excessiva de exercício físico, a composição corporal, o nível econômico (NE, além da etnia, podem ser fatores de risco para o CAI. OBJETIVO: Associar IC, grau de comprometimento psicológico ao exercício (GCPE, adiposidade corporal (AC, estado nutricional (EN, NE e etnia ao CAI em adolescentes. MÉTODOS: Participaram 362 jovens de ambos os sexos com idades entre 10 e 19 anos. Utilizou-se o Eating Attitudes Test para avaliar o CAI. O Body Shape Questionnaire e a Commitment Exercise Scale foram utilizados para mensurar IC e GCPE, respectivamente. Aferiram-se dobras cutâneas para classificar a AC segundo sexo. Peso e estatura foram aferidos para calcular-se o índice de massa corporal (IMC e classificar o EN. O NE foi avaliado pelo Critério de Classificação Econômica Brasil. Aplicou-se questionário que buscava avaliar etnia, idade e sexo. RESULTADOS: Os resultados evidenciaram associação do CAI com IC, GCPE e NE no sexo feminino (p BACKGROUND: Evidence shows that the prevalence of inappropriate eating behavior (CAI among young people has increased in recent years. It seems that body dissatisfaction (IC, the practice of excessive exercise, body composition, the socioeconomic status (NE, and ethnicity may be risk factors for CAI. OBJECTIVE: To associate IC, degree of psychological impairment to exercise (GCPE, adiposity (AC, nutritional status (EN, NE and ethnicity with CAI in adolescents. METHODS: Participants 362 young people of both sexes aged between 10 and 19 years. We used the Eating Attitudes Test to assess the CAI. The Body Shape Exercise Questionnaire and Commitment Exercise Scale were used to measure IC and GCPE, respectively. We evaluated skinfold thickness is to classify the AC second sex. Weight and height were measured to

  10. Benefícios do condicionamento cardiorrespiratório em crianças ou adolescentes com paralisia cerebral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kérima Giamarim Batista

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O treinamento cardiorrespiratório tem mostrado efeitos positivos para a população com paralisia cerebral, melhorando a capacidade funcional e reduzindo o gasto energético e os riscos cardiovasculares. OBJETIVO: Investigar os efeitos do treinamento aeróbico na pressão arterial, distância percorrida e no consumo máximo de oxigênio. MÉTODOS: Participaram do estudo oito crianças e adolescentes com paralisia cerebral do tipo hemiparética e diparética espástica (G1 e oito do grupo controle (G2, pareados por sexo e idade. Todos foram avaliados pelo teste de Cooper, no qual foi aferida a pressão arterial inicial e final, distância percorrida e cálculo do VO2 máx. O G1 participou de um programa que constava de alongamentos e treinamento em esteira durante 24 sessões. RESULTADOS: Houve melhora significativa após o treinamento do G1 na distância percorrida, VO2 máx e pressão arterial sistólica inicial. Na comparação entre grupos observou-se diferença estatisticamente significativa na distância percorrida e VO2 máx pré e pós-tratamento, pressão arterial sistólica (PAS inicial pós e PAS final pós-tratamento. Após o período de destreinamento, não houve perda significativa da melhora nas variáveis do G1, exceto do VO2 máx. CONCLUSÃO: O treinamento aeróbico pode trazer benefícios cardiorrespiratórios para a população com paralisia cerebral do tipo hemiparética e diparética espástica, podendo ser incluído dentro de um programa de reabilitação.

  11. Prevalência e fatores associados a porte de arma e envolvimento em agressão física entre adolescentes de 15 a 18 anos: estudo de base populacional

    OpenAIRE

    Silva, Ricardo Azevedo da; Jansen, Karen; Godoy, Russélia Vanila; Souza, Luciano Dias Mattos; Horta, Bernardo Lessa; Pinheiro, Ricardo Tavares

    2009-01-01

    Objetivo do estudo foi avaliar a prevalência e fatores associados a porte de arma e envolvimento em agressão física entre adolescentes de 15 a 18 anos na cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Estudo transversal de base populacional com uma amostra representativa de 960 adolescentes entre 15 e 18 anos, residentes na cidade de Pelotas. Sortearam-se, aleatoriamente, 90 setores censitários a partir dos 448 da cidade, e foram visitados 86 domicílios de cada setor. Para análise estatística ...

  12. A "reeducação" de adolescentes em uma comunidade terapêutica: o tratamento da drogadição em uma instituição religiosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Marques Raupp

    Full Text Available O abuso de drogas por adolescentes é, atualmente, um grave problema de saúde pública. Nessa área, a questão do tratamento destaca-se como um grande desafio, principalmente pelo fato de a maioria das intervenções não estar adaptada às especificidades desse público. Neste trabalho, serão apresentados os resultados de uma investigação que visou analisar o tratamento destinado a adolescentes em uma modalidade de atenção distinta das abordagens tradicionais da área da saúde: a comunidade terapêutica. Buscou-se compreender as concepções e práticas de atenção da instituição pesquisada, comparando-as com o prescrito pelas políticas públicas do setor. Os métodos utilizados foram a descrição etnográfica e a análise de conteúdo. Os resultados sugerem uma defasagem entre o prescrito pelas políticas públicas e a realidade da comunidade terapêutica pesquisada, a qual, apesar de proporcionar acolhimento às adolescentes, dificulta o desenvolvimento de suas singularidades e potencialidades devido à ênfase no "modelo moral" de tratamento da drogadição.

  13. Características del consumo de tabaco en estudiantes de enfermería de la Universidad de Antioquia (Colombia Características do consumo de fumo em estudantes de enfermagem da Universidade de Antioquia (Colômbia Tobacco consumption characteristics in nursing students of the University of Antioquia (Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María de los Ángeles Rodríguez Gázquez

    2010-11-01

    Full Text Available Objetivo. Describir las características del consumo de tabaco en los estudiantes de enfermería de la Universidad de Antioquia. Metodología. Estudio descriptivo de 435 estudiantes de enfermería. Se utilizó un formulario autoaplicado para reporte de información de las variables de estudio. Resultados. La prevalencia de vida de consumo de tabaco fue 39.5%, (14.4% actual y 25.1% exfumadores, el 15.4% de los fumadores tiene alto riesgo de adicción a la nicotina. Uno de cada cuatro fumadores inició el hábito en la universidad. Durante los últimos 12 meses cuatro de cada cinco fumadores han intentado dejar el consumo de tabaco y tres de cada cinco tiene la firme intención de dejar de fumar. La tasa de cesación del hábito fue 63.8%. El 98.2% de los estudiantes no está de acuerdo con que el enfermero fume. Conclusión. El consumo de tabaco en estudiantes de enfermería, aunque no es de gran magnitud, es un problema que merece atención de los organismos encargados de los programas de bienestar universitario.Objetivo. Descrever as características do consumo de fumo nos estudantes de enfermagem da Universidade de Antioquia. Metodologia. Estudo descritivo de 435 estudantes de enfermagem. Utilizou-se um formulário auto-aplicado pára reporte de informação das variáveis de estudo. Resultados. A prevalência de vida de consumo de fumo foi 39.5%, (14.4% atual e 25.1% ex-fumadores, o 15.4% dos fumantes tem alto risco de vício à nicotina. Um de cada quatro fumantes iniciou o hábito na universidade. Durante os últimos 12 meses quatro de cada cinco fumantes tentaram deixar o consumo de fumo e três de cada cinco tem a firme intenção de deixar de fumar. A taxa de cessação do hábito foi 63.8%. O 98.2% dos estudantes não está de acordo com que o enfermeiro fume. Conclusão. O consumo de fumo em estudantes de enfermagem, ainda que não é de grande magnitude, é um problema que merece atendimento dos organismos encarregados dos programas

  14. Perfil de adolescentes privados de liberdade em Santa Maria/RS Profile of adolescents deprived of freedom in Santa Maria/RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jana Gonçalves Zappe

    2010-08-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta as primeiras análises dos resultados da pesquisa intitulada "Adolescentes privados de liberdade: quem são, de onde vêm e para onde vão?", que teve como objetivo construir o perfil dos adolescentes que cumpriram medida socioeducativa de internação no Centro de Atendimento Socioeducativo Regional de Santa Maria durante o período de 1998 a 2007. As análises foram feitas através do programa Statistical Package for Social Sciences (Versão 14.0, e as características analisadas foram as seguintes: idade de ingresso, etnia, escolaridade e motivo do ingresso. Relacionamos esses resultados com a literatura sobre a situação social e psicológica em que se encontram os adolescentes autores de atos infracionais, constituindo-se como uma contribuição à construção de conhecimentos acerca dessa temática.This study presents the first analyzes of the data about the research entitled "Adolescents deprived of freedom: who are they, where do they come from and where do they go to?", which aimed to build up the profile of adolescents who have attended Socio-Educational Regional Care Center from Santa Maria, in the period of 1998 to 2007. The analyses were done by using the Statistical Package for Social Sciences (Version 14.0 Program. The variables analyzed were admission age, race/colour, educational records and reason for admission. We related these results with the literature on social and psychological situation of the adolescents who committed the infractional acts as a contribution to construct a body of knowledge on this subject.

  15. Maturação, qualidade de vida, composição corporal e actividade física em crianças e adolescentes saudáveis, residentes em Mira-Sintra

    OpenAIRE

    Aragão, Filipa Manuel dos Santos

    2012-01-01

    Mestrado em Desenvolvimento da Criança, variante de Desenvolvimento Motor Introdução: Um conhecimento mais aprofundado, consciente e consistente dos estilos de vida dos adolescentes, em particular, no que diz respeito à prática de actividade física, à sua morfologia corporal, bem como à percepção que os próprios têm da sua Qualidade de Vida Relacionada com a Saúde, poderá ajudar no planeamento e execução de intervenções melhoradas em saúde, com incidência a nível individual ou comunitár...

  16. Identificação do lactato mínimo de corredores adolescentes em teste de pista de três estágios incrementais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael da Costa Sotero

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a possibilidade de se determinar a velocidade de lactato mínimo (LM em corredores adolescentes utilizando-se apenas três estágios incrementais. MÉTODOS: Onze indivíduos (13,7 ± 1,0 anos; 47,3 ± 12,1kg; 160,0 ± 1,0cm; 18,3 ± 1,8kg/m² realizaram três testes de corrida em pista de atletismo em dias distintos: 1 desempenho de 3.000m (Vm3.000; 2 teste de LM que consistiu de um sprint de 500m para indução a hiperlactatemia, seguido de 10min de recuperação e seis séries de 800m em intensidades de 83, 86, 89, 92, 95 e 98% da Vm3.000; 3 teste de LM com três estágios (LMp3 semelhante ao protocolo anterior, porém, com três séries de 800m em intensidades de 83, 89 e 98% da Vm3.000. Durante o primeiro minuto de recuperação entre os estágios dos testes dois e três foram coletadas amostras de sangue para dosagem de lactato sanguíneo. Para determinação do LM foram empregadas: a inspeção visual (LM e b função polinomial de segunda ordem para identificar o LM em seis estágios (LMp e três estágios (LMp3. RESULTADOS: ANOVA demonstrou não haver diferenças entre as velocidades de lactato mínimo (m.min-1 identificadas pelos diferentes métodos (LM = 221,7 ± 15,4 vs. LMp = 227,1 ± 10,8 vs. LMp3 = 224,1 ± 11,2;. Altas correlações foram observadas entre os protocolos estudados e destes com a Vm3.000 (p < 0,01. CONCLUSÃO: Foi possível identificar a velocidade de corrida correspondente ao LM em adolescentes mesmo utilizando-se de apenas três estágios incrementais (LMp3.

  17. Comparação dos resultados da aplicação de calor local e crioterapia no alongamento de isquiotibiais em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nathália Fernandez de Castro

    2017-04-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a eficácia de dois recursos térmicos no alongamento de isquiotibiais em adolescentes. Método: estudo clínico controlado não randomizado com 45 adolescentes do sexo masculino de 13 e 16 anos. Indivíduos com lesão musculoesquelética em membros inferiores, déficit de sensibilidade ou praticantes de atividade física que possibilitasse ganho da amplitude de movimento (ADM foram excluídos do estudo. A amostra foi dividida em três grupos, sendo crioterapia, calor local e controle. Os grupos foram avaliados no mesmo dia, em horários diferentes. Com o auxílio de um goniômetro, utilizado antes e após a intervenção, foi solicitada uma flexão de quadril juntamente com uma extensão de joelho e dorsiflexão de tornozelo até o máximo de amplitude possível. Após a primeira medida, foram realizadas as intervenções com bolsas de gel, por 20 minutos, em temperatura abaixo de zero graus Celsius no grupo 1, e calor no grupo 2, cuja temperatura era em média de 43°C, diretamente sobre o ventre muscular. As temperaturas foram controladas com o auxílio de um termômetro. Após a intervenção, foi realizada nova medida. No grupo controle foram realizadas apenas duas medidas com o goniômetro espaçadas por 20 minutos. Para a estatística descritiva foram utilizadas a média e o desvio padrão. Para a comparação entre grupos foi utilizada a análise de variância de uma via com post-hoc de Tukey. Já para a análise dentro de cada grupo foi utilizado o teste t pareado. Para a análise dentro de cada grupo foi utilizado o teste t pareado. Resultados: os dois grupos experimentais (crioterapia e calor local aumentaram efetivamente a ADM em relação ao grupo controle com p

  18. PREVALENCIA DE TABAQUISMO Y GRADO DE ADICCION A LA NICOTINA EN ADOLESCENTES

    OpenAIRE

    Luque Herrera, Leopoldo

    2012-01-01

    Titulo: Prevalecía de tabaquismo y grado de adicción a la nicotina en adolescentes. Introducción: El consumo de tabaco es un problema de salud pública mundial. Deacuerdo con la Organización Mundial de la Salud, el tabaquismo es la segunda causa principal de muerte prevenible en el mundo, con casi 5 millones de defunciones anuales. La información y análisis sobre el consumo de tabaco son indispensables para tener éxito en la lucha contra esta enfermedad y así orientar de m...

  19. O papel do psicólogo e das entidades junto a crianças e adolescentes em situação de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Pereira Alberto

    Full Text Available Neste artigo, serão apresentados dados de uma pesquisa que objetivou identificar o tipo de trabalho desenvolvido por entidades e psicólogos responsáveis pelo atendimento de crianças e adolescentes em situação de risco. Foram realizadas 21 entrevistas semi-estruturadas com representantes e psicólogos dessas entidades. Na análise dos dados, utilizou-se a técnica de análise de conteúdo temático, de Bardin. As instituições investigadas atendem, em sua maioria, sujeitos de classe baixa, de 7 a 18 anos. Entre os tipos de trabalho desenvolvidos, estão atendimento jurídico, psicoterápico, médico-hospitalar e informativoeducacional. Os resultados demonstraram que há superposição de papéis entre organizações governamentais (OGs, conselhos Tutelares e de Direitos e organizações não-governamentais (ONGs. Quanto ao trabalho desenvolvido pelos psicólogos nas instituições, sobressaiu a concepção fundamentada no modelo clínico e individual. Falta às instituições e aos psicólogos maior conhecimento do papel desse profissional junto às políticas públicas direcionadas a crianças e adolescentes em situação de risco.

  20. Variáveis familiares preditoras do comportamento anti-social em adolescentes autores de atos infracionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaína Thaís Barbosa Pacheco

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar variáveis individuais e familiares preditoras do comportamento anti-social. Os participantes foram 148 adolescentes, autores de atos infracionais, e 163 adolescentes não-infratores. Os adolescentes responderam individualmente a uma entrevista estruturada, que investigou estratégias educativas parentais, variáveis familiares e aspectos relacionados ao desenvolvimento do comportamento infrator. Uma análise de conteúdo das respostas permitiu a delimitação das principais práticas educativas relatadas pelos jovens. Uma análise de regressão indicou que o comportamento anti-social de familiares, o número de irmãos, o uso de drogas pelo adolescente, os conflitos na família e as práticas educativas parentais explicaram 53% da variância do comportamento infrator. Os resultados apontaram a importância da família no desenvolvimento da conduta infratora.

  1. Úlcera péptica gastroduodenal e infecção helicobacter pylori em crianças e adolescentes: fatores de risco do hospedeiro e da bactéria

    OpenAIRE

    Paulo Fernando Souto Bittencourt

    2006-01-01

    Artigo de revisão Úlcera péptica gastroduodenal na criança e no adolescente Objetivo: o presente trabalho tem por objetivo rever as principais publicações sobre a úlcera péptica gastroduodenal na criança e no adolescente. Fontes dos dados: a pesquisa bibliográfica foi realizada nas bases de dados Medline, de 1966 a 2005 e no Lilacs, de 1979 a 2003, em português, espanhol e inglês, utilizando-se as palavras chave, úlcera, péptica, crianças, adolescentes. Síntese dos dados: as úlceras pép...

  2. A baixa estatura leve está associada ao aumento da pressão arterial em adolescentes com sobrepeso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Grotti Clemente

    2012-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Estudos têm demonstrado que a desnutrição pré/pós-natal leva a um maior risco de doenças não transmissíveis, como diabetes, hipertensão e obesidade na idade adulta. OBJETIVO: Determinar se os adolescentes com sobrepeso e desnutrição leve [escores-Z altura/idade (HAZ na faixa de -2] têm pressão arterial mais elevada do que os indivíduos com sobrepeso e com estatura normal (HAZ > -1. MÉTODOS: Os participantes foram classificados como de baixa estatura leve ou de estatura normal, e estratificados de acordo com os percentis de massa corporal para a idade, como sobrepeso, peso normal ou abaixo do peso. As pressões arteriais sistólica (PAS e diastólica (PAD foram determinadas de acordo com as diretrizes e a gordura abdominal foi analisada por absorciometria de dupla emissão de raios-X. RESULTADOS: Indivíduos com baixa estatura leve e sobrepeso apresentaram valores mais elevados da PAD (p = 0,001 do que suas contrapartes de baixo peso (69,75 ± 12,03 e 54,46 ± 11,24 mmHg, respectivamente, mas semelhantes àqueles com IMC normal. Não foram encontradas diferenças nos valores de PAD em indivíduos normais, indivíduos com sobrepeso e com baixo peso entre os grupos de estatura normal. Foi encontrado um aumento na PAS (p = 0,01 entre os indivíduos com baixa estatura leve quando comparados os indivíduos com sobrepreso com suas contrapartes de baixo peso e IMC normal (114,70 ± 15,46, 97,38 ± 10,87 e 104,72 ± 12,24 mmHg, respectivamente. Embora não tenham sido observadas diferenças nas médias de PAS entre os grupos de baixa estatura leve e estatura normal, foi encontrado um intercepto significativo (p = 0,01, revelando maior PAS entre os indivíduos com baixa estatura leve. Houve correlação entre PAS e gordura abdominal (r = 0,42, ρ = 0,02 no grupo com baixa estatura leve. CONCLUSÃO: Indivíduos de baixa estatura leve com sobrepeso apresentaram maior PAS do que os de estatura normal e sobrepeso. Esses achados

  3. Fatores de risco para anemia por deficiência de ferro em crianças e adolescentes parasitados por helmintos intestinais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciara L. Brito

    2003-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar os fatores de risco para anemia por deficiência de ferro em crianças e adolescentes (7 a 17 anos infectados por helmintos. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com 1709 crianças e adolescentes residentes na cidade de Jequié, Estado da Bahia, Brasil, que apresentavam infecção leve ou moderada por Schistosoma mansoni, Ascaris lumbricoides, Trichuris trichiura e ancilostomídeos. Foram obtidos dados sobre níveis de hemoglobina (hemoglobinômetro portátil, consumo alimentar (inquérito recordatório de 24 horas, infecção parasitária (método Kato-Katz, condições ambientais e domiciliares, renda e escolaridade dos responsáveis. Os fatores de risco para anemia na população foram estudados com base em um modelo hierárquico de causalidade. RESULTADOS: A prevalência de infecção por T. trichiura, A. lumbricoides, S. mansoni e ancilostomídeos foi de 74,8, 63,0, 55,5 e 15,7%, respectivamente. Constatou-se que 32,2% das crianças e adolescentes eram anêmicos. Depois do ajuste para variáveis de confusão, os resultados da análise multivariada mostraram que a renda familiar per capita abaixo de um quarto do salário mínimo (27 dólares, o sexo masculino, a faixa etária de 7 a 9 anos e a ingestão inadequada de ferro biodisponível foram significativamente associados à anemia. CONCLUSÕES: As ações para controle da anemia no grupo de maior risco, conforme identificado no presente estudo, devem visar o aumento do consumo de alimentos ricos em ferro e da biodisponibilidade do ferro ingerido, bem como a melhoria das condições sócio-ambientais.

  4. Ato infracional e medida socioeducativa: representações de adolescentes em L.A. Infraction and socio-educational measures: representations for adolescents in probation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bianca Izoton Coelho

    2013-01-01

    Full Text Available A pesquisa analisou as representações sociais de ato infracional e medida socioeducativa em adolescentes em conflito com a lei. Utilizou-se, como aporte teórico e metodológico, a Teoria das Representações Sociais. Participaram da pesquisa quarenta e seis adolescentes que cumpriam, há mais de três meses, a medida de Liberdade Assistida. Os dados foram coletados, por meio de entrevistas, com um roteiro semiestruturado e consistiram na técnica das evocações livres por meio dos termos ato infracional e medida socioeducativa. Utilizou-se o software EVOC para análise das evocações emitidas. Os resultados apontaram como caracterização socioeconômica dos adolescentes: renda familiar baixa, baixo nível de escolaridade, local de residência precário, etnias afro-descendentes predominantes e distanciamento da religião. As representações sociais de ato infracional relacionaram-se aos tipos de atos infracionais e às suas causas e consequências. As representações sociais de medida socioeducativa relacionaram-se a ações positivas em que, além da aprendizagem, houve a possibilidade de mudança.The research has analised social representations of infraction and socio-educational measures in adolescents in conflict with the law. It has been used, as theoretical and methodological contribution, the Theory of Social Representations. Forty-six adolescents, who were serving for more than three months the measure of probation, have participated in the survey. Data were collected through interviews with a semi-structured screenplay and have consisted of the technique of free evocation, using the terms infraction and socio-educational measure. It has used the software EVOC for analysis of evocations issued. The results suggest the socio-economic status of adolescents: low family income, low educational level, place of residence precarious, African ethnicity predominant and distance from the religion. Social representations of infraction were

  5. Trajetória de adolescentes em conflito com a lei após cumprimento de medida socioeducativa em meio fechado = Path of young offenders after a socio-educational measure deprived of freedom = Trayectorias de adolescentes en conflicto con la ley después de cumplimiento de medida socioeducativa de internación

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nardi, Fernanda Ludke

    2014-01-01

    Full Text Available Esta pesquisa investigou trajetórias de adolescentes após cumprimento de medida socioeducativa de internação, através de estudo quantitativo e longitudinal. Participaram 143 adolescentes em conflito com a lei com idades entre 14 e 20 anos. Foi aplicada uma ficha de dados sociodemográficos e um questionário sobre fatores de risco e de proteção, além da realização de contatos telefônicos por um período de dois anos e meio. Os participantes foram divididos em quatro grupos: G1: reincidentes (n=22, G2: reinseridos socialmente (n=24, G3: manutenção da situação (n=38 e G4: outras situações (n=59. Os resultados indicaram que as variáveis contextuais não apresentaram associação com o tipo de trajetória. Quanto às variáveis pessoais, observou-se diferenças significativas, sendo que G2 apresentou níveis mais elevados em relação à autoestima enquanto G1 apresentou níveis mais altos de uso de drogas. Portanto, propostas de intervenção junto a essa população devem considerar tanto variáveis contextuais como variáveis pessoais

  6. Factores familiares protectores y de riesgo relacionados al consumo de drogas en adolescentes Fatores protetores e de riscos familiares, relacionados ao consumo de drogas em adolescentes Protective and family risk factors related to adolescent drug use

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Cid-Monckton

    2011-06-01

    Full Text Available Se trata de un estudio transversal, cuantitativo, cuyo objetivo fue verificar los factores familiares protectores y de riesgo relacionados al consumo de drogas en adolescentes, considerando los patrones de interacción que se desarrollan en la familia, sus grados de adaptabilidad y vulnerabilidad. Participaron del estudio 80 adolescentes de género femenino, del 1º al 4º año de la Enseñanza Media, que respondieron a un cuestionario. Se establecieron los factores de riesgo y protección de mayor relevancia que estarían influyendo en esta situación, tales como, patrones de interacción, grado de adaptabilidad, modo de afrontamiento de los problemas, recursos de la familia y valores. Los factores de mayor riesgo fueron el modo de enfrentar los problemas, y dentro de estos, la falta de apoyo religioso y la búsqueda de apoyo profesional, conjuntamente con las dificultades de comunicación intrafamiliares. Los de menor riesgo fueron los valores, como el esfuerzo personal. Los resultados obtenidos resaltan que el enfermero debe asumir como parte de su rol las intervenciones psicosociales, especialmente en la población escolar, ya que así estarían actuando como agentes de prevención del consumo de drogas.Este é um estudo transversal, quantitativo, cujo objetivo foi verificar os fatores protetores e de riscos familiares, relacionados ao consumo de drogas em adolescentes, considerando os padrões de interação que se desenvolvem na família, seus graus de adaptabilidade e vulnerabilidade. Participaram deste estudo 80 adolescentes do sexo feminino, do 1º ao 4º ano do ensino médio, que responderam a um questionário. Foram estabelecidos os fatores de risco e de proteção mais relevantes que podem influenciar a situação, como os padrões de interação, grau de adaptabilidade, modo de enfrentamento dos problemas, os recursos da família e valores. Os fatores de maior risco foram o modo de enfrentar os problemas e, dentro desses, a falta de

  7. Antisocial behavior and alcohol consumption by school adolescents Conducta antisocial y consumo de alcohol en adolescentes escolares Conduta anti-social e consumo de álcool em adolescentes escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Selene López García

    2008-04-01

    Full Text Available Adolescence is a vulnerable period and facilitates the start of risk behaviors, for instance the use of drugs. This study aims to describe the differences between antisocial behavior and alcohol consumption according to gender, age and education; as well as to discover the relation between antisocial behavior and alcohol consumption in 1,221 school adolescents from Monterrey - Nuevo Leon, Mexico. The findings reveal differences in antisocial behavior according to gender. Evidences showed that 41.3% of the students had consumed alcohol at sometime in their lives, and that differences exist in alcohol consumption according to age and education. Finally, the study found positive and significant relations between antisocial behavior and alcohol consumption (r s = .272, p La adolescencia se convierte en una etapa de vulnerabilidad y facilitador para el inicio de conductas de riesgo como es el consumo de drogas. Los objetivos del presente estudio fueron: describir las diferencias de la conducta antisocial y consumo de alcohol según sexo, edad y escolaridad; conocer la relación existente de la conducta antisocial con el consumo de alcohol en 1221 adolescentes escolares de Monterrey, Nuevo Léon, México, en relación a los hallazgos encontrados se presentan diferencias de la conducta antisocial por sexo; se destaca que 41.3% de los estudiantes consumieron alcohol alguna vez en su vida, y existen diferencias de consumo de alcohol por edad y escolaridad. Finalmente se encontró relación positiva y significativa de la conducta antisocial con el consumo de alcohol (r s=.272, pA adolescência se apresenta como uma etapa de vulnerabilidade e facilitadora para o início de condutas de risco como o consumo de drogas. Os objetivos do presente estudo foram: descrever as diferenças entre sexo, idade e escolaridade na conduta anti-social e o consumo de álcool e conhecer a relação existente entre a conduta anti-social e o consumo de álcool em 1221

  8. Terapia antirretroviral em crianças e adolescentes infectados pelo HIV: o que sabemos após 30 anos de epidemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Ricordi Bazin

    2014-04-01

    Full Text Available Este estudo tem como objetivo avaliar o uso da terapia antirretroviral combinada em crianças e adolescentes com AIDS. Foram captados 247 resumos nos portais PubMed e LILACS, publicados entre 1983 e 2013, sendo utilizados 69 artigos para as referências bibliográficas. A atenção atribuída às pesquisas na faixa etária pediátrica durante os trinta anos de epidemia de AIDS se justifica por características imunológicas próprias, sendo a progressão da AIDS mais rápida em crianças que em adultos. Pesquisas recentes abordam estratégias de intervenção medicamentosa de alta potência antes do aparecimento dos sintomas iniciais. A introdução precoce da terapia antirretroviral combinada foi implantada com eficácia e segurança em populações com poucos recursos fixos, com melhora significativa da sobrevida desses pacientes. O desafio atual é lidar com uma doença crônica com intercorrências agudas. Novas pesquisas serão necessárias, atentando para as especificidades populacionais e particularizando as necessidades individuais dos pacientes pediátricos.

  9. Prática alimentar e de atividade física em adolescentes obesos de escolas públicas e privadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Freitas Campos

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a prática alimentar e o nível de atividade física em adolescentes obesos de escolas públicas (EPu e privadas (EPr de Fortaleza-CE. Métodos: Estudo transversal realizado com 272 adolescentes de Epu e EPr, no período de abril de 2007 a maio de 2009. Aplicou-se um questionário contendo dados de identificação (idade, sexo, antropométricos (peso e altura, situação escolar, prática alimentar e nível de atividade física. Resultados: Dos avaliados, observou-se que 160 (58,8% eram do sexo feminino, com idade média de 16,5 anos (±1,31. Houve prevalência da obesidade moderada, com 85,5%, (n=171 na EPu e 76,4%, (n=55 na EPr. Não se constatou diferença entre o grau de obesidade e a rede escolar. Sobre a prática alimentar, 70,2% (n=190 consumiam menos de cinco refeições ao dia e 56,3% (n=153 não faziam o café da manhã, não tendo diferença entre as redes escolares. O consumo de frutas (10%; n=27 e vegetais (14,1%; n=38 foi baixo. Os estudantes das EPr consumiam mais refrigerantes (41,7%; n=30 do que os da EPu (28,5%; n=57; p=0,03. Constatou-se, que 47% (n=93 dos alunos da EPu e que 32,4% (n=27 da EPr não consumiam fast-food (p=0,02. Identificou-se que os adolescentes das EPu eram mais ativos do que os das EPr (77%; n=153 versus 54,2%; n=40; p=0,0002, mas essa diferença não mostrou associação com o grau de obesidade (p=0,88. Conclusão: Os adolescentes das escolas públicas e particulares apresentavam prática alimentar inadequada, havendo poucas diferenças entre eles. Os jovens das EPu apresentaram-se mais ativos que os das EPr, entretanto, este nível de atividade física não influenciou no grau de obesidade. doi:10.5020/18061230.2014.p92

  10. Prática alimentar e de atividade física em adolescentes obesos de escolas públicas e privadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Freitas Campos

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a prática alimentar e o nível de atividade física em adolescentes obesos de escolas públicas (EPu e privadas (EPr de Fortaleza-CE. Métodos: Estudo transversal realizado com 272 adolescentes de Epu e EPr, no período de abril de 2007 a maio de 2009. Aplicou-se um questionário contendo dados de identificação (idade, sexo, antropométricos (peso e altura, situação escolar, prática alimentar e nível de atividade física. Resultados: Dos avaliados, observou-se que 160 (58,8% eram do sexo feminino, com idade média de 16,5 anos (±1,31. Houve prevalência da obesidade moderada, com 85,5%, (n=171 na EPu e 76,4%, (n=55 na EPr. Não se constatou diferença entre o grau de obesidade e a rede escolar. Sobre a prática alimentar, 70,2% (n=190 consumiam menos de cinco refeições ao dia e 56,3% (n=153 não faziam o café da manhã, não tendo diferença entre as redes escolares. O consumo de frutas (10%; n=27 e vegetais (14,1%; n=38 foi baixo. Os estudantes das EPr consumiam mais refrigerantes (41,7%; n=30 do que os da EPu (28,5%; n=57; p=0,03. Constatou-se, que 47% (n=93 dos alunos da EPu e que 32,4% (n=27 da EPr não consumiam fast-food (p=0,02. Identificou-se que os adolescentes das EPu eram mais ativos do que os das EPr (77%; n=153 versus 54,2%; n=40; p=0,0002, mas essa diferença não mostrou associação com o grau de obesidade (p=0,88. Conclusão: Os adolescentes das escolas públicas e particulares apresentavam prática alimentar inadequada, havendo poucas diferenças entre eles. Os jovens das EPu apresentaram-se mais ativos que os das EPr, entretanto, este nível de atividade física não influenciou no grau de obesidade.

  11. Perfil antropométrico e sintomatologia anoréxica em adolescentes de escola pública Anthropometric profile and anorexia symptomatology on public school adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Cristina Pasinato Vergilio

    2011-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi identificar adolescentes com presença de sintomas de anorexia nervosa e distorção de imagem corporal em uma escola pública. A amostra compreendeu 58 adolescentes de ambos os sexos de 14 a 18 anos de idade. A avaliação do estado nutricional foi realizada por meio do Índice de Massa Corporal (IMC. Para a verificação de sintomas de anorexia nervosa e distorção de imagem corporal foram utilizados os questionários Teste de Atitudes Alimentares (EAT-26 e Body Shape Questionnaire (BSQ, respectivamente. De acordo com a avaliação do estado nutricional, 74,14% foram classificados com peso adequado. A análise do questionário BSQ mostrou que 24,24 e 4,00% dos adolescentes do sexo feminino e masculino, respectivamente, apresentaram distúrbio de imagem corporal. Segundo o EAT-26, 9,09% do sexo feminino e 8,00% do sexo masculino, respectivamente, classificaram-se com sintomas de anorexia. Observou-se, ainda, que 80,00% dos entrevistados, além de serem portadores de sintomatologia anoréxica, também apresentaram distúrbio de imagem corporal, sendo esta correlação estatisticamente significativa. Os resultados obtidos demonstraram presença de sintomatologia anoréxica, bem como significativa presença de distorção da imagem corporal, sendo as adolescentes as principais acometidas.Identify adolescents with a presence of symptoms of anorexia nervosa and body image distortion at a public school. The sample included 58 adolescents of both sexes, 14 to 18 years old. The nutritional status assessment was performed using the Body Mass Index (BMI. To investigate symptoms of anorexia nervosa and body image distortion, the Eating Attitudes Test (EAT-26 and Body Shape Questionnaire (BSQ were used, respectively. According to the nutritional status assessment, 74.14% were classified as having normal weight. The analysis of the BSQ showed that 24.24 and 4.00% of adolescent females and males had body image disturbance

  12. Pressões respiratórias máximas em nadadores adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. Rocha Crispino Santos

    2011-03-01

    Full Text Available Resumo: As pressões inspiratórias máximas (PIM e pressões expiratórias máximas (PEM são indicadores úteis de força muscular em atletas.Os objetivos desse estudo foram: descrever a força da musculatura respiratória de uma equipe Olímpica júnior de natação, em repouso e após um exercício físico padronizado e determinar o diferencial de pressão inspiratória e expiratória obtido como resposta ao exercício físico.Estudo descritivo que avaliou 28 nadadores de nível internacional, com idades variáveis entre 15 a 17 anos, sendo 19 (61% do sexo masculino. Em repouso, os valores mais baixos de PIM foram encontrados no sexo feminino (p = 0,001. Os valores médios alcançados no sexo masculino (M e feminino (F foram: PIM (cm H2O = M: 100,4 (± 26,5/ F:67,8 (± 23,2; PEM (cm H2O = M:87,4 (± 20,7/ F:73,9 (± 17,3. Após o exercício físico foram obtidos os seguintes valores: PIM (cmH2O = M:95,3 (± 30,3/ F: 71,8(± 35,6; PEM (cm H2O = M:82,8 (± 26,2/ F: 70,4 (± 8,3. Não foram registrados diferenciais de pressões inspiratórias e expiratórias máximas em resposta ao exercício, em ambos os sexos. Esses resultados sugerem que os nadadores olímpicos conseguiram sustentar a magnitude das pressões máximas iniciais. No entanto, outros estudos deverão ser realizados a fim de verificar se PIM e PEM poderiam ser empregados como marcadores de desempenho de atletas. Abstract: Maximal inspiratory pressures (MIP and maximal expiratory pressures (MEP are useful indices of respiratory muscle strength in athletes.The aims of this study were: to describe the strength of the respiratory muscles of Olympic junior swim team, at baseline and after a standard physical training; and to determine if there is a differential inspiratory and expiratory pressure response to the physical training.A cross-sectional study evaluated 28 international

  13. O uso de álcool e tabaco entre acadêmicos de uma universidade do sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucimare Ferraz

    2017-03-01

    Full Text Available Objetivo: Conhecer a prevalência do consumo de álcool e tabaco entre estudantes de uma universidade do sul do Brasil. Métodos: O estudo tem caráter exploratório-descritivo, com delineamento transversal, e ocorreu de agosto de 2012 a junho de 2013. A pesquisa foi realizada por meio de um questionário estruturado (com questões sobre o uso de álcool e tabaco autopreenchido por 284 acadêmicos e os resultados foram analisados por técnicas descritivas, frequências absolutas e relativas, e estatísticas com teste qui-quadrado para variáveis categóricas dicotômicas e Kruskal-Wallis para variáveis contínuas. Resultados: Dos universitários participantes 242 (85,2% já consumiram álcool e 53 (18,7% já fizeram uso de tabaco em algum momento na vida. Em relação ao consumo das substâncias e o gênero dos universitários, não houve diferença em relação ao consumo de álcool (p=0,857. Contudo, em relação ao tabaco, evidencia-se que os homens consomem mais que as mulheres (p=0,001. Conclusão: O estudo revela que a prevalência do consumo de álcool nessa população universitária é alta, tornando-se necessárias investigações mais abrangentes sobre os aspectos envolvidos no consumo de álcool e tabaco por esse público.

  14. Common mental disorders in adolescents: a population based cross-sectional study Transtornos mentais comuns em adolescentes: estudo transversal de base populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Amaral Tavares Pinheiro

    2007-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To assess the prevalence and the factors associated with common mental disorders among adolescents in Pelotas, a southern Brazilian city. METHOD: A population based cross-sectional study was carried out in the urban area of Pelotas. Multi-stage sampling was used to obtain a sample of adolescents aged between 15 and 18 years. Adolescents were interviewed using a self-report confidential questionnaire. The presence of common mental disorders was assessed using the Self-Reporting Questionnaire 20 (SRQ-20. Multivariate analysis was carried out using the Poisson regression with a robust adjustment of variance and control for design effect. RESULTS: Nine hundred and sixty adolescents were interviewed. The prevalence of common mental disorders was 28.8%. Adolescents aged 17 years showed prevalence of 1.37 (95% CI 1.06-1.78 times greater than the 15 year olds. Adolescents whose mothers had between 5 and 8 years of schooling had a prevalence 1.42 (95% CI 1.01-1.51 times greater than those whose mothers had more than 8 years of schooling. Smoking and sedentary behavior were also associated with an increased prevalence of common mental disorders. Those who were dissatisfied with their body image showed a prevalence of 1.47 (95% CI 1.07-2.02. CONCLUSIONS: Maternal schooling, tobacco smoking, sedentary behavior and body image dissatisfaction were factors associated with the presence of common mental disorders.OBJETIVO: Avaliar a prevalência e os fatores associados à presença de transtornos mentais comuns entre adolescentes em Pelotas, uma cidade do sul do Brasil. MÉTODO: Foi realizado um estudo transversal populacional na área urbana de Pelotas. Foi utilizada uma amostragem multi-etapas para obter uma amostra de adolescentes com idades entre 15 e 18 anos. Os adolescentes foram entrevistados utilizando um questionário confidencial auto-aplicável. A presença de transtornos mentais comuns foi avaliada utilizando o Self-Reporting Questionnaire

  15. Exposição à violência em adolescentes de diferentes contextos: família e instituições Exposure to violence on adolescents from different contexts: family and institutions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiza Lima Braga

    2012-12-01

    Full Text Available Este estudo investigou a frequência da exposição à violência intrafamiliar e extrafamiliar, em 946 adolescentes com idades entre 12 e 19 anos (M = 15,42; DP = 1,67, que viviam em diferentes contextos: com as famílias (G1, em instituições para cumprimento de medidas socioeducativas (G2 e em instituições de acolhimento (G3. Foi utilizado o Questionário da Juventude Brasileira. Foi observado que os adolescentes de G3 apresentaram maior frequência de exposição à violência intrafamiliar, enquanto os adolescentes de G2 à violência extrafamiliar, sendo as meninas as vítimas mais frequentes em todos os contextos. A importância de prevenir a exposição dos jovens à violência é destacada, bem como a necessidade de promover intervenções com os adolescentes em acolhimento institucional, já que este grupo mostrou-se o mais vulnerável.This study verified the frequency of the exposure to domestic and community violence, on 946 adolescents with ages ranging from 12 to 19 years old (M = 15.42; SD = 1.67, who were from different contexts: with their families (G1; young offenders who were deprived of freedom (G2; and adolescents living in shelters (G3. They completed the Brazilian Youth Questionnaire. Findings indicated that adolescents of G3 showed higher levels of exposure to domestic violence and adolescents of G2 were more exposed to community violence. Furthermore, the females were the most frequent victims in all contexts. The importance of preventing the youth exposure to violence is highlighted, as well as promoting interventions with adolescents who live in shelters because this group seems to be the most vulnerable.

  16. Excesso de peso e qualidade de vida relacionada à saúde em adolescentes de Florianópolis, SC Exceso de peso y calidad de vida relacionada con la salud en adolescentes de Florianópolis, Sur de Brasil Overweight and health-related quality of life in adolescents of Florianópolis, Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nádia Kunkel

    2009-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde de adolescentes e sua associação com o excesso de peso. MÉTODOS: Estudo transversal com 467 adolescentes de 15 a 18 anos de idade de uma escola pública de Florianópolis, SC, e de seus respectivos pais, realizado em 2007. Sobrepeso e obesidade foram definidos pelo índice de massa corporal. A combinação de sobrepeso e obesidade foi considerada como excesso de peso. A qualidade de vida relacionada à saúde foi avaliada por meio do questionário sobre qualidade de vida pediátrica PedsQL 4.0, versões adolescente e pais. Análises dos dados incluíram estatística descritiva e regressão logística com estimação de razões de chances brutas e ajustadas. RESULTADOS: A taxa de resposta entre adolescentes foi de 99,4% e entre os pais 53,4%. As prevalências de sobrepeso e obesidade foram de 12,2% e 3,6%, respectivamente. O grupo com excesso de peso obteve menores escores de qualidade de vida que o grupo sem excesso de peso, exceto para o domínio emocional nos adolescentes e na saúde psicossocial para os pais. Após o ajuste, a chance de um adolescente com excesso de peso ter baixa qualidade de vida foi 3,54 vezes (IC 95% 1,94;6,47 maior que um adolescente sem excesso de peso. Adolescentes do sexo feminino apresentaram escores mais baixos de qualidade de vida. CONCLUSÕES: A qualidade de vida relacionada à saúde foi significativamente mais baixa em adolescentes com excesso de peso. Medidas dirigidas ao controle de peso na população adolescente e instrumentos de avaliação de qualidade de vida constituem-se importantes aliados para um melhor e mais completo entendimento deste importante problema de saúde pública.OBJETIVO: Evaluar la calidad de vida relacionada con la salud de adolescentes y su asociación con exceso de peso. MÉTODOS: Estudio transversal con 467 adolescentes de 15 a 18 años de edad de una escuela pública de Florianópolis, Sur de Brasil, y de sus

  17. Repercussões da gravidez em adolescentes de 10 a 14 anos em contexto de vulnerabilidade social Impact of pregnancy on at-risk, 10-14 year-old adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane de Farias

    2012-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar as repercussões ocorridas na vida de adolescentes que engravidaram entre 12 e 14 anos, em contexto de vulnerabilidade social, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas e aplicados mapas de redes com 10 participantes, quando o filho estava entre um e três anos de idade. Os dados foram analisados qualitativamente, a partir da Teoria Fundamentada Empiricamente, de Anselm Strauss e Juliet Corbin. Os resultados evidenciaram que, após a experiência de gravidez e da maternidade, as adolescentes desenvolveram maior responsabilidade por sua vida reprodutiva e reformularam projetos, valorizando mais os estudos, apesar das dificuldades para retomá-los. O relacionamento com os parceiros caracterizou-se pela união estável, destacando-se a importância destes e das mães das adolescentes em seu processo de adaptação.Aiming to identify the effects occurring in the lives of adolescents who became pregnant between 12 and 14 years old in a context of social vulnerability, we conducted semi-structured interviews and used network maps with 10 participants when their children were between 1 and 3 years old. The data were analyzed qualitatively, from the Empirically Grounded Theory of Anselm Strauss and Juliet Corbin. The results showed that after the experience of pregnancy and motherhood, adolescents developed greater responsibility for their reproductive lives and reviewed some future projects, giving more value to the studies, despite the difficulties to resume them. The relationship with partners was characterized by getting more stable, highlighting the importance of adolescents' partners and mothers in their adjustment process.

  18. Violência sexual e sua prevalência em adolescentes de Porto Alegre, Brasil Sexual violence and its prevalence among adolescents, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Vanoni Polanczyk

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a prevalência da exposição à violência sexual entre adolescentes estudantes de escolas estaduais. MÉTODOS: Foram selecionadas 52 escolas estaduais de Porto Alegre, RS, Brasil, com ensino fundamental completo, por meio de um processo de amostragem aleatória, estratificada de acordo com o tamanho das escolas. Foi selecionada, em cada escola, uma turma de oitava série por sorteio aleatório e foram incluídos todos os adolescentes presentes nas salas de aula que consentiram em participar do estudo. Foi utilizado o instrumento Triagem da Exposição de Crianças à Violência na Comunidade para identificar jovens que foram vítimas, testemunhas ou que conheciam vítimas de atos de violência sexual. RESULTADOS: Foram incluídos 1.193 adolescentes, representando 10,3% dos alunos matriculados na oitava série da rede estadual da cidade. Vinte e sete (2,3% adolescentes relataram ter sido vítimas de violência sexual, 54 (4,5% ter sido testemunhas de algum tipo de violência sexual e 332 (27,9% relataram conhecer alguém que tenha sido vítima de violência sexual. CONCLUSÕES: A exposição à violência sexual pelas três formas de contato relatadas mostrou-se freqüente entre os adolescentes estudados. São necessários estudos que abordem a violência sexual como um fenômeno social amplo, com múltiplos fatores associados, amparando estratégias comunitárias de prevenção e de tratamento.OBJECTIVE: To assess the prevalence o sexual violence among adolescents of public schools. METHODS: Fifty-two public elementary schools of Porto Alegre, Brazil, were selected through random sampling stratified by school size. An 8th grade class was selected in each school through simple random sampling and all adolescents attending the classes who agreed to participate were included in the study. The Screening Survey of Children's Exposure to Community Violence was used to identify adolescents who were victims, witnesses or knew

  19. Análise das internações por causas externas em crianças e adolescentes no estado do Espírito Santo

    OpenAIRE

    Bergami, Cristina Marinho Christ

    2007-01-01

    Trata-se de um estudo descritivo sobre a morbidade por causas externas, com o objetivo de descrever o perfil de internações por causas externas em crianças e adolescentes (0 a 19 anos) no estado do Espírito Santo, no período de 1998 a 2005, e identificar quais os municípios com maior índice de internação. Foi utilizado o Banco de Dados do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde, codificadas segundo a 10ª revisão da Classificação Internacional de Doenças. As internaçõe...

  20. POLITICAS DE JUVENTUDE(S): Os impactos na dimensão política do Proyecto Adolescentes no contexto de um sistema clientelista em Buenos Aires

    OpenAIRE

    GRACIELA NOEMÍ RAMIREZ

    2011-01-01

    A presente dissertação discorre sobre os impactos produzidos nos jovens, em sua dimensão política, a partir da participação no Proyecto Adolescentes mediante uma pesquisa avaliativa. De forma específica, são analisados e problematizados a representação do PA, a existência de uma expansão do território de referência, a participação política e os âmbitos de participação. O programa foi desenvolvido na província de Buenos Aires (Argentina) no período 2005-2010 e, no âmbito da pesquisa, tomou-se ...

  1. O preenchimento do sujeito pronominal em textos escritos de alunos adolescentes de Florianópolis DOI:10.5007/1984-8420.2010v11nespp94

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiane Nunes de Souza

    2010-01-01

    Full Text Available Este trabalho tem como propósito investigar os resultados da distribuição do número de sujeitos nulos e sujeitos realizados (ambos pronominais em amostras de textos escritos de alunos adolescentes de uma escola pública de Florianópolis, considerando o controle das variáveis: ‘pessoa do discurso’, ‘forma de realização do pronome’, ‘concordância verbal’, ‘sexo/gênero’ e ‘escolaridade’. Os resultados estatísticos atestam estudos anteriores no sentido de mostrar uma tendência ao preenchimento do sujeito pronominal, motivada tanto por fatores linguísticos (‘formas de realização do pronome’ e ‘concordância’ como extralinguísticos (‘escolaridade’.

  2. Comportamento alimentar de adolescentes em relação ao consumo de frutas e verduras Adolescent eating behavior regarding fruit and vegetable intakes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natacha Toral

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo avaliou o comportamento alimentar pelo Modelo Transteorético e o estado nutricional de adolescentes de escolas de ensino técnico de São Paulo, quanto a seu consumo habitual de frutas e verduras. MÉTODOS: Investigaram-se o consumo alimentar habitual e a classificação nos estágios de mudança de comportamento, utilizando-se um questionário. Foram aferidos peso e altura para avaliação do estado nutricional pelo Índice de Massa Corporal. Para análise estatística, adotaram-se os testes "t" Student, Qui-Quadrado, Mann-Whitney e HSD-Tukey, com grau de significância de 5%. RESULTADOS: Observou-se baixa prevalência de desvios nutricionais entre os 234 participantes: 3,8% foram classificados como baixo peso e 12,4% apresentavam excesso de peso. Apenas 12,4% e 10,3% consumiam frutas e verduras, respectivamente, conforme o recomendado pela Pirâmide Alimentar. Cerca de um terço da amostra foi classificada tanto em pré-contemplação como em manutenção. Observou-se uma discrepância entre o consumo referido e a percepção alimentar, tendo em vista que 79,7% e 83,7% dos adolescentes acreditavam, erroneamente, que seu consumo de frutas e verduras, respectivamente, era saudável. CONCLUSÃO: O alto percentual de adolescentes em pré-contemplação evidencia a importância do desenvolvimento de estratégias específicas contra a maior resistência desses a modificações dietéticas. A percepção errônea quanto às características de uma dieta saudável e o baixo consumo de frutas e verduras classificam os adolescentes como grupo de risco, exigindo atenção especial para a promoção de hábitos alimentares saudáveis e garantia de qualidade de vida.OBJECTIVE: The purpose of this study was to evaluate the eating behavior using the Transtheoretical Model and the nutritional status of adolescents from technical schools of São Paulo regarding their usual fruit and vegetable intakes. METHODS: A questionnaire was used to

  3. Níveis séricos de hemoglobina em adolescentes segundo estágio de maturação sexual

    OpenAIRE

    Frutuoso,Maria Fernanda Petroli; Vigantzky,Vanessa Alves; Gambardella,Ana Maria Dianezi

    2003-01-01

    A adolescência constitui etapa de risco para o desenvolvimento da anemia ferropriva, uma vez que ocorre aumento da necessidade de ferro decorrente do crescimento estatural e da maturação biológica. Estudaram-se 130 adolescentes, de ambos os sexos, para verificar os valores de hemoglobina sérica em diferentes fases de maturação sexual. Utilizou-se o método de fotometria para dosar a hemoglobina sérica e realizou-se auto-avaliação do estágio de maturação sexual com base nos critérios de Tanner....

  4. Assistência em saúde às crianças e adolescentes abrigados em Ribeirão Preto, SP Atención en salud a los niños y adolescentes abrigados en Ribeirão Preto, SP Health care to children and adolescents sheltered in Ribeirão Preto, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria das Graças Carvalho Ferriani

    2008-06-01

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivo descrever a assistência em saúde oferecida às crianças e adolescentes abrigados no Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente Vitimizados (CACAV, no município de Ribeirão Preto-SP. O estudo é descritivo e exploratório. Os dados foram coletados mediante entrevista semi-estruturada, observação não estruturada e análise documental. Os pontos que investigamos foram as estruturas de recursos humanos e do espaço físico do abrigo e a assistência em saúde prestada pelo abrigo e pela unidade de saúde de referência. Observamos muitas deficiências, cujas soluções não dependem apenas do abrigo, mas sim de uma articulação com outros setores, buscando uma assistência em saúde de qualidade, que contemple as necessidades das crianças e adolescentes em sua integralidade.La finalidad de este artículo fue describir la atención en salud ofrecida a los niños y adolescentes abrigados en el Centro de Atención al Niño y al Adolescente Victimizados (CACAV, en la ciudad de Ribeirão Preto-SP, Brasil. El estudio es descriptivo y exploratorio. Los datos fueron recolectados mediante entrevista semiestructurada, observación no estructurada y análisis documental. Los puntos que investigamos fueron las estructuras de recursos humanos y del espacio físico del abrigo y la atención en salud prestada por el abrigo y por la unidad de salud de referencia. Observamos muchas deficiencias, cuyas soluciones dependen no solamente del abrigo, pero si de una articulación con otros sectores, buscando una atención en salud de cualidad, que contemple las necesidades de los niños y adolescentes en su integralidad.This article aims to describe the health care offered to children and adolescents sheltered at the Care Center for Child and Adolescent Victims, in Ribeirão Preto-SP, Brazil. The study is descriptive and exploratory. Data were collected through semistructured interview, non-structured observation and

  5. Efeitos do tiotixene (P-4657 B em crianças e adolescentes psicóticos Effects of thiothixene (P-4657 B in 'psychotic children and adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edy S. Navarro

    1968-12-01

    Full Text Available Foram estudados os efeitos do tiotixene (P-4657B em 34 crianças e adolescentes psicóticos dos quais '29 eram esquizofrênicos, tendo 17 deles menos de um ano de tempo de doença e 12 mais de um ano de doença. Foram obtidos bons resultados em 20 casos com nítida melhora na sintomatologia psíquica. Os efeitos colaterais foram de pequena intensidade. Os exames subsidiários (hemograma, provas de função hepática e eletrencefalograma não revelaram alterações significativas. Assim o tietixene confirmou sua atividade antipsicótica não só nos casos em que foi o primeiro tratamento instituído como também em alguns pacientes que tinham sido tratados com outras drogas antipsicóticas sem resultados satisfatórios. Foi assinalado efeito nítido sobre o apragmatismo e o embotamento afetivo. Ocorreu ação sedativa nas agitações psicomotoras devendo-se salientar que o resultado positivo se fez quase sempre sentir com dose mínima (5 — 10 mg/dia já nos primeiros dias de tratamento. Foi ótima a tolerância ao medicamento. Os efeitos colaterais foram mínimos. Sendo a esquizofrenia em crianças e adolescentes de difícil tratamento, a existência desta nova droga é, na opinião dos autores, uma util contribuição para sua terapêutica.The effects of thiothixene (P-4657 B in 34 psychotic children and adolescents were studied; 29 were schizophrenic subjects, 17 had been ill for less than one year and 12 for a longer time. Good results were observed in 20 cases, with evident improvement of the psychiatric symptomatology. Tolerance has been very good and side effects minimum. Subsidiary examinations (hemoglobin level and leucocyte count, tests for evaluation of the functional state of the liver and electroencephalogram were normal. The thiothixene was observed to have an antipsychotic effect when used as the first treatment, as well as when the patient had already been treated with other antipsychotic drugs without satisfactory result

  6. Relação entre fatores de personalidade e estratégias de coping em adolescentes Relationship between personality factors and coping strategies in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simon Santana Diniz

    2010-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é investigar a relação entre fatores de personalidade e estratégias de coping em adolescentes. Participaram desta pesquisa 102 jovens de uma escola municipal de Goiânia com idade entre 11 e 15 anos, utilizando o Coping Response Inventory e a Bateria Fatorial de Personalidade. Os dados obtidos demonstraram que meninas utilizam mais a análise lógica para resolver seus problemas e os meninos apresentam maior pontuação em neuroticismo; que os adolescentes mais jovens utilizam mais coping de evitação e os mais velhos, o coping de aproximação; e que tanto a apreciação do problema como os traços de personalidade relacionam-se significativamente com o uso de estratégias de coping. Os resultados são discutidos de acordo com as teorias de coping.The aim of this study is to investigate the relationship between personality factors and coping strategies in adolescents. 102 students from a municipal school in Goiânia aged between 11 and 15 years old was assessed using Coping Response Inventory and the "Bateria Fatorial de Personalidade". Data showed that girls use more logical analysis to solve their problems and that boys had higher scores on neuroticism; that younger adolescents use more avoidance coping responses and older ones use more approach coping responses; and that both coping appraisal and personality traits are significantly related to the use of coping strategies. The results are discussed according to coping theories.

  7. Impacto do DSM-5 no diagnóstico de transtornos de aprendizagem em crianças e adolescentes com TDAH: um estudo de prevalência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Vargas Dorneles

    2014-12-01

    Full Text Available Estudos de prevalência de Transtornos de Aprendizagem (TA em crianças e adolescentes com TDAH apresentam resultados não conclusivos, apesar da frequente comorbidade entre as síndromes. Esse artigo descreve e analisa a prevalência de TA em uma amostra referida de 270 crianças e adolescentes com TDAH atendidas no Programa de Transtornos de Déficit de Atenção/Hiperatividade/Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (ProDAH/HCPA-UFRGS, de acordo com os critérios diagnósticos do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais IV - versão revisada (DSM-IV-TR. Verificou-se que 46,7% dos estudantes apresentam, pelo menos, um TA, sendo o Transtorno da Expressão Escrita o mais frequente (32,6%. Discutiu-se o potencial impacto das mudanças nos critérios diagnósticos para os TA, propostas pelo DSM-5 na prevalência desses transtornos. Embora seja possível afirmar que ocorrerão alterações nas taxas de prevalência de TA, o impacto do DSM-5 sobre a prevalência, especificidade e comorbidade do TA permanece incerto, já que há mudanças que ampliarão a abrangência dos critérios de inclusão e outras que a reduzirão.

  8. Pais não autoritativos e o impacto no uso de drogas: a percepção dos filhos adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana C Benchaya

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a associação entre uso de drogas e estilos parentais percebidos pelos filhos adolescentes brasileiros. MÉTODOS: Este estudo transversal foi realizado com adolescentes de 14 a 19 anos que ligaram para o Serviço Nacional de Orientações e Informações sobre a Prevenção do Uso Indevido de Drogas. Participaram do estudo 232 adolescentes. As entrevistas, realizadas por telefone, incluíram: a Escala de Responsividade e Exigência Parental, que classifica os estilos materno e paterno percebidos pelos adolescentes em autoritativo, negligente, indulgente e autoritário; variáveis sociodemográficas; e instrumento para avaliar consumo no mês e abuso de substâncias. RESULTADOS: Os estilos parentais materno e paterno percebidos como negligente, indulgente ou autoritário (não autoritativos tiveram associação significativa para uso de drogas [odds ratio (OR = 2,8, intervalo de confiança de 95% (IC95% 1,3-5,7 para mães, e OR = 2,8, IC95% 1,3-6,3 para pais]. Os estilos não autoritativos também demonstraram relação significativa com uso de tabaco no mês para o estilo materno (OR = 2,7, IC95% 1,2-6,5 e para o paterno (OR = 3,9, IC95% 1,4-10,7, uso de cocaína/crack no mês (OR = 3,9, IC95% 1,1-13,8 e abuso de qualquer droga (OR = 2,2, IC95% 1,0-5,1 somente para o estilo paterno. A análise de regressão logística mostrou que o estilo materno (OR = 3,3, IC95% 1,1-9,8, sexo do adolescente (OR = 3,2, IC95% 1,5-7,2 e idade (OR = 2,8, IC95% 1,3-6,2 tiveram associação com o uso de drogas. CONCLUSÕES: Adolescentes que avaliam suas mães como não autoritativas apresentam maior chance de usar drogas. Os pais não autoritativos têm mais associação com abuso de drogas pelos adolescentes.

  9. A AUTO-ESTIMA EM ADOLESCENTES COM E SEM FISSURAS DE LÁBIO E/OU DE PALATO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrade Denise de

    2001-01-01

    Full Text Available O auto-conceito é um determinante importante da auto-estima, entre homens e mulheres, isto nos fez refletir sobre o processo de reabilitação das pessoas portadoras de malformação. Utilizamos para mensurar o nível de auto-estima a escala de Janis e Field. Entrevistou-se 608 adolescentes sendo 235 com e 373 sem fissuras de lábio e/ou de palato, entre idades de 17 a 20 anos e de ambos o sexos. Analisando os níveis de auto-estima concluímos que o grupo de adolescentes com fissuras se comporta de forma diferente do grupo sem fissura, ou seja, os portadores de fissuras exibem menores escores de auto-estima.

  10. Repensando a perspectiva institucional e a intervenção em abrigos para crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dorian Mônica Arpini

    Full Text Available O trabalho faz uma reflexão sobre a realidade institucional de abrigo para crianças e adolescentes, mostrando, através do discurso de adolescentes, como os mesmos a representam, bem como a importância de repensar, recuperar e investir no universo institucional superando os estigmas que acompanham a realidade das instituições como lugar do “fracasso”, permitindo que a mesma seja vista como um local de possibilidades, de acolhimento, de afeto e proteção, objetivo, aliás, que determinou sua origem. Dentro dessa perspectiva, o texto enfatiza a importância da intervenção da Psicologia nas instituições, auxiliando as mesmas através de um trabalho de assessoria no enfrentamento dos preconceitos, dificuldades e conflitos que caracterizam seu funcionamento.

  11. Deslocamento forçado em adolescentes desde a experiência limite segundo o modelo logo terapêutico

    OpenAIRE

    Montoya Otálvaro, Juliana

    2015-01-01

    Objetivo: comprender el sentido de las circunstancias que rodean el desplazamiento forzado en adolescentes como una experiencia límite desde el modelo logoterapéutico. Metodología: se realizó una búsqueda de información, tanto en fuentes primarias como secundarias, a partir de tres categorías de análisis: situación de desplazamiento en Colombia, adolescente en situación de desplazamiento y planteamiento logoterapéutico ante situaciones límites. Se procedió a realizar una lectura crítica busca...

  12. Equivalência conceitual, de itens, semântica e operacional da versão brasileira do s-EMBU para aferição de práticas educativas parentais em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Florence Sampaio

    2014-08-01

    Full Text Available O processo de educação de crianças e adolescentes por seus pais tem sido pouco valorizado em pesquisas que embasam ações de promoção de saúde e bem-estar infantil. Esta nota apresenta a primeira fase do processo de adaptação transcultural da versão brasileira para adolescentes do instrumento s-EMBU, que pretende aferir as práticas educativas parentais. Baseado no modelo universalista, este estudo focaliza as quatro primeiras etapas desse processo: avaliação das equivalências conceitual, de itens, semântica e operacional. Para tal, foram feitas revisão da literatura, discussão com especialistas, tradução e retrotradução dos itens. Entretanto, pré-teste realizado com dez adolescentes revelou que alguns itens ainda não captavam os construtos subjacentes pretendidos. Após mudanças em sua redação, esses foram compreendidos corretamente, conforme proposto pelo instrumento original. Os achados apresentados indicam que essa versão brasileira do s-EMBU para adolescentes parece promissora, devendo ser realizados estudos psicométricos futuros a fim de complementar seu processo de adaptação transcultural.

  13. Ferro, cobre e zinco em adolescentes no estirão pubertário Iron, copper and zinc in adolescents during pubertal growth spurt

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia R.D. Urbano

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo: verificar o estado nutricional relativo ao ferro, cobre e zinco e a correlação entre índice de massa corporal, níveis séricos e dietéticos desses elementos, em adolescentes durante o estirão pubertário. Métodos: estudo descritivo, do tipo corte transversal, envolvendo uma amostra de 47 adolescentes atendidos em ambulatório de adolescência clínica, durante o período de março a dezembro de 1999, que se apresentavam no estirão pubertário, do total de 360 que freqüentaram o ambulatório no período, sendo 19 rapazes na faixa etária de 12,3 a 16 anos, e 28 moças na faixa etária de 11,1 a 13,6 anos. Variáveis analisadas: dietética (recordatório de 24 horas, freqüência e registro alimentar para determinar a ingestão de ferro, cobre e zinco; antropométrica (peso e altura para aferição do índice de massa corporal; bioquímica (dosagem sérica de ferro pelo kit in vitro Diagnóstica, ferritina pelo kit Immulite, cobre e zinco por espectrofotometria de absorção atômica. Utilizou-se o coeficiente de Spearman para análise estatistíca. Resultados: dos 47 adolescentes em estirão pubertário, apresentaram ingestão adequada de: ferro (95% e 36%, cobre (53% e 57% e zinco (21% e 21% nos sexos masculino e feminino, respectivamente. A maioria dos adolescentes era eutrófica segundo os percentis do IMC. Bioquimicamente, os rapazes apresentaram valores normais para ferro e zinco em toda a amostra; para cobre