WorldWideScience

Sample records for sub-bacias dos rios

  1. CARACTERIZAÇÃO GEOMORFOLÓGICA DA BACIA DO RIO TURVO-RJ: MÉDIO VALE DO RIO PARAÍBA DO SUL (MVPRS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Albuquerque Xavier

    2014-04-01

    Full Text Available O mapeamento geomorfológico da bacia do rio Turvo confirmou as evidências apontadas em estudos anteriores, de que a bacia apresentava feições diferentes das observadas em bacias vizinhas. Foram observadas 222 depressões fechadas em divisores de drenagem, indicando forte atuação de mecanismos geoquímicos. Por outro lado, o reduzido número de voçorocas (33 e a presença de pacotes sedimentares poucos espessos (média de 7 metros, apontam a baixa efetividade dos processos mecânicos na bacia, sobretudo ao compararmos com a sub-bacia do rio Piracema, tributária do rio Bananal, com 117 voçorocas, terraços de até 23 metros de espessura e apenas 1 depressão fechada. Internamente, a bacia do rio Turvo apresentou variações, onde, de modo geral, a sub-bacia do rio das Pedras concentrou 21 das 33 voçorocas ativas, os mais espessos pacotes fluviais e apenas 16 depressões fechadas. Assim, conclui-se que a bacia do rio Turvo é fortemente influenciada pelos processos de denudação química, e a sub-bacia do rio das Pedras apresenta as maiores características da atuação do trabalho mecânico de toda a bacia.

  2. Nascentes da sub-bacia hidrográfica do rio Poxim, estado de Sergipe: da degradação à restauração

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robério Anastácio Ferreira

    2011-04-01

    Full Text Available Estudos ambientais em bacias hidrográficas são fundamentais para o entendimento do uso dos recursos naturais e dos problemas relacionados à ocupação do espaço. Em Sergipe, há necessidade de se obter informações para fins de planejamento e gestão futura de suas bacias hidrográficas, uma vez que gradualmente observa-se uma redução do volume produzido nos cursos d'água e da qualidade de suas águas, que são imprescindíveis para o abastecimento humano, a utilização na agricultura e na indústria. Devido ao acelerado processo de supressão da vegetação na sub-bacia hidrográfica do rio Poxim, formada pelos rios Poxim-mirim, Poxim-açu, e Pitanga e seus pequenos tributários, foi realizado um diagnóstico para se verificar o estado de conservação das suas principais nascentes, a situação quanto ao fluxo de água, as formas de uso e ocupação do solo no entorno destas e os tipos fisionômicos de vegetação remanescentes. As informações obtidas serão úteis para a realização de projetos de restauração ambiental, a promoção de melhorias no ambiente e nas comunidades rurais e resgate da diversidade da flora e fauna nestas áreas. Observou-se que as 20 principais nascentes dos rios e tributários que compõem a sub-bacia hidrográfica do rio Poxim, apresentam alterações decorrentes da acelerada antropização (90%, a maioria delas (65% com elevada degradação (sem raio mínimo de 50m de vegetação e ocupadas por agricultura (50% e pastagens (35%. Somente duas nascentes encontram-se preservadas. Quanto à composição florística, as espécies identificadas (43 podem ser utilizadas em projetos futuros para restauração das nascentes e dos cursos d'água nesta sub-bacia hidrográfica.

  3. Caracterização hidrológica e geomorfológica dos afluentes da Bacia do Rio Araguaia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samia Aquino

    2009-11-01

    Full Text Available O conhecimento do comportamento hidrológico e geomorfológico da bacia do Araguaia têm avançado significativamente nos últimos anos. Porém, dados essenciais para o entendimento do sistema e para o planejamento de recursos hídricos, como são as estimativas de aportes líquidos anuais dos tributários não foram obtidos. Neste artigo se organizou uma regionalização baseada na geologia e geomorfologia dominantes das bacias dos afuentes, se caracterizou o funcionamento hidrológico geral dos mesmos e com as 11 estações dos tributários disponíveis para toda a bacia se calculou uma curva de correlação entre as variáveis área de drenagem e vazão. Devido à falta de estações fluviométricas no baixo curso dos afluentes, se estimaram os aportes líquidos médios anuais dos mesmos por meio da utilização de área de drenagem na foz dos tributários. Foram calculados posteriormente, os aportes correspondentes para a alta, média e baixa bacia. Estes valores estimados da curva foram confrontados com os dados existentes nas principais estações hidrológicas localizadas no canal principal do Araguaia (9 estações. O Alto curso tem uma representatividade de 10,4% do fluxo da bacia. O médio Araguaia contribui com 77,5% da descarga total e o baixo Araguaia contribui com 12,06% da vazão da bacia. A respeito da entrada por margens, os afluentes da margem esquerda contribuem com 179.363,88 km2 e uma vazÃo média anual de 2.785,13 m3/s enquanto os da margem direita aportam 3.223,28 m3/s de vazão média anual drenando uma totalidade de 204.635,56 km2.

  4. Avaliação dos Parâmetros Hidrometeorológicos na Bacia do Rio Sorocaba/SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Costa Abreu

    Full Text Available Resumo O entendimento do ciclo hidrológico auxilia no processo de planejamento dos recursos hídricos, em projetos de obras hidráulicas e estudos ambientais. Neste trabalho foi realizada a avaliação dos parâmetros hidrometeorológicos e a quantificação do volume de água em cada uma das principais fases do ciclo hidrológico, permitindo a proposição de um modelo de circulação da água na bacia hidrográfica do rio Sorocaba-SP. Os parâmetros foram estimados com base na equação do balanço hídrico, nos dados históricos de chuva, temperatura e vazão da rede hidrometeorológica existente e nas informações dos processos de outorga de concessão de uso dos recursos hídricos. Considerando-se que a vazão média anual no exutório da bacia acrescida da vazão consumida corresponde ao excedente hídrico do balanço, a diferença entre o valor estimado e o observado foi inferior a 10%. A vazão média anual no exutório da bacia somada a vazão consumida foi 63,9 m3 s-1, o que corresponde à 25% do volume de chuva anual média. O excedente hídrico estimado foi de 56,5 m3 s-1, a ETP 1.011 mm ano-1 e a ETR 999 mm ano-1, adotando-se uma CAD de 25 mm. Essas informações contribuem para o planejamento do uso dos recursos hídricos na bacia.

  5. Hidrografia e Hidrogeologia: Qualidade e Disponibilidade de Água para Abastecimento Humano na Sub-bacia Hidrográfica do Rio Cotinguiba-SE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wesley Alves Santos

    2012-12-01

    Full Text Available A chuva exerce papel fundamental na manutenção do ciclo hidrológico. É através da infiltração que se realiza o recarregamento das reservas freáticas e a reidratação dos solos, ou seja, dos depósitos de água disponíveis para a vegetação terrestre e para as atividades biológicas. Dentre os elementos do sistema ambiental físico, a geologia é um dos componentes mais importantes para caracterizar a disponibilidade hídrica superficial e subterrânea, pois, busca apresentar os elementos fundamentais para as relações litoestruturas com o relevo e os solos. Em função de suas características mineralógicas, textuais e estruturais, os corpos rochosos respondem diferentemente à ação dos processos exógenos, influenciando nas formas de relevo e tipos de solo. Nesse contexto, o referido artigo teve como objetivo analisar o quadro geológico e os recursos hídricos superficiais e subterrâneos da Sub-bacia Hidrográfica do Rio Cotinguiba. Para atingir os objetivos propostos, utilizou-se distintos procedimentos metodológicos, tais como: revisão da literatura, levantamento de dados secundários e cartográficos. As questões aqui abordadas denunciam que as mudanças que ocorrem na sub-bacia hidrográfica do Rio Cotinguiba, tem pressionado a bacia hidrográfica como um todo, comprometendo a sua dinâmica e conseqüentemente a disponibilidade hídrica e a qualidade da água.

  6. Fósseis do Devoniano de Goiás, Brasil (Sub-bacia Alto Garças, Bacia do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Augusto Carbonaro

    Full Text Available RESUMO O registro fóssil do Devoniano do estado de Goiás (Sub-bacia Alto Garças, Bacia do Paraná é ocorrente nos arredores de diversas cidades como Amorinópolis, Iporá, Caiapônia, Rio Verde e Doverlândia. Contudo, os fósseis encontrados em Goiás são, em sua maioria, representados por braquiópodes, comumente pertencentes aos gêneros Derbyina, Australocoelia, Australospirifer, Schuchertella, Orbiculoidea e Lingula. Embora também haja ocorrências, em menor número, de outros grupos como trilobitas, moluscos, tentaculitoideos, anelídeos, equinodermas, lycopsidas e cnidários, além dos microfósseis de quitinozoários, representados pelos gêneros Ramochitina, Ancyrochitina, Sphaerochitina, Angochitina, Conochitina, Lagenochitina e Cyathochitina. No entanto, os trabalhos que tratam de fósseis para esse estado são escassos quando comparados ao grande número de trabalhos realizados no Devoniano do estado do Paraná (Sub-bacia Apucarana, Bacia do Paraná. Tal fato se deve ao baixo número de pesquisadores trabalhando nessa área. Tendo em vista esse défice de artigos, o presente trabalho objetivou instigar o estudo dos fósseis devonianos de Goiás por meio de um levantamento paleontológico, que apresenta os fósseis e as localidades fossilíferas conhecidas no estado, além de apontar novos afloramentos e novos registros fósseis do Devoniano encontrados nas regiões fossilíferas do estado, as quais foram revisitadas pelos autores.

  7. ANÁLISE GEOAMBIENTAL DA BACIA DO GUARAPIRANGA, REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO, PARA UMA AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS E ASSOREAMENTO DO RESERVATÓRIO CORRESPONDENTEPAULO: PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS E ASSOREAMENTO DO RESERVATÓRIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    William de Queiroz

    2015-03-01

    Full Text Available A atual crise da água, resultante da perda qualitativa e quantitativa dos mananciais e do aumento das necessidades de suprimento, caracteriza o reservatório Guarapiranga, o segundo maior manancial do sistema de abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo – RMSP, como um dos exemplos mais críticos. O problema da degradação da água armazenada nesse reservatório é gerado, sobretudo, pela contaminação por esgoto, mas também é provocado pela perda de volume, devida ao assoreamento. Este processo, considerado um efeito do desequilíbrio ambiental na bacia, devido à ocupação, é o objeto deste trabalho que aborda a análise do potencial de produção de sedimentos da bacia contribuinte. Neste sentido, foi realizada uma análise comparativa do comportamento das sub-bacias quanto à erosão, à transferência e produção de sedimentos, que revelou que as sub-bacias de grande porte constituem as principais fontes de sedimentos do reservatório.  Entretanto, suas configurações geomorfológicas de atenuação do relevo, das cabeceiras para o reservatório, com a formação de extensas planícies aluvionares até as desembocaduras, favorecem a retenção dos sedimentos, sobretudo os mais grosseiros, permitindo que apenas sedimentos em suspensão possam contribuir para assorear o fundo do reservatório. Dentre estas sub-bacias destaca-se a do Embu Mirim. Por outro lado, embora com taxas de produção menores, as sub-bacias de menor porte, junto ao reservatório, quando ocupadas por áreas urbanas, como a do Guavirutuba, produzem localmente deltas que avançam no reservatório. Este quadro sugere um assoreamento de fundo generalizado, com camadas de sedimentos finos, acrescido de deltas de sedimentos mais grossos nas desembocaduras das pequenas sub-bacias ocupadas, junto ao reservatório. Conclui-se que as áreas próximas ao reservatório são as áreas geoambientalmente mais sensíveis à ocupação do solo com respeito ao

  8. Análise de sensibilidade dos parâmetros do modelo SWAT e simulação dos processos hidrossedimentológicos em uma bacia no agreste nordestino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo de Aragão

    2013-08-01

    Full Text Available O processo erosivo constitui-se na principal causa de degradação dos solos e é acelerado por intervenções humanas nas bacias hidrográficas, resultando em prejuízos ao setor agrícola e ao meio ambiente. Para a previsão dos impactos de ações antrópicas ou de mudanças climáticas sobre os processos hidrossedimentológicos, os modelos distribuídos e de base física têm sido bastante eficazes. Neste estudo, aplicou-se o modelo SWAT à sub-bacia do Rio Japaratuba Mirim, em Sergipe, nas seções de medição das estações Fazenda Pão de Açúcar (PA e Fazenda Cajueiro (CJ, com áreas de contribuição respectivamente de 137,3 e 277,8 km², visando à parametrização das duas bacias aninhadas por meio dos processos de calibração e de validação. Foram realizadas simulações do escoamento na bacia menor (PA, a partir dos parâmetros calibrados na bacia maior (CJ, e, reciprocamente, do escoamento na bacia maior (CJ. Em seguida, foram também realizadas simulações do escoamento e da produção de sedimentos para o período de dados de vazão disponíveis (1985 a 2000, para a seção CJ. Os resultados evidenciaram que o modelo calibrado simulou bem o escoamento superficial e conseguiu prever, de forma coerente, a produção de sedimentos com base nos 12 parâmetros mais sensíveis do modelo. A transposição dos parâmetros da bacia maior para a menor e, vice-versa, resultou em índices de Eficiência de Nash-Sutcliffe (NSE e de Tendência Percentual (PBIAS, considerados satisfatórios para o primeiro caso e insatisfatório para o segundo.

  9. Tendências temporais e espaciais da qualidade das águas superficiais da sub-bacia do Rio das Velhas, estado de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Laura Cerqueira Trindade

    Full Text Available RESUMO Este artigo apresenta uma análise da tendência temporal e espacial da qualidade das águas superficiais da sub-bacia do Rio das Velhas, inserida na bacia do Rio São Francisco, em Minas Gerais, Brasil. Foram analisados 16.625 dados coletados no período de 2002 a 2011 pelo programa de monitoramento de qualidade das águas superficiais efetuado pelo Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam. Testes estatísticos, multivariados e não paramétricos foram utilizados para avaliar 11 variáveis físicas, químicas e microbiológicas de 29 estações de monitoramento. Os resultados das análises de tendência Mann-Kendall/Sazonal de Mann-Kendall sugeriram que a maioria dos cursos d'água da região apresentam valores estáveis das variáveis ao longo do período estudado, com maiores alterações associadas a coliformes termotolerantes, demanda bioquímica de oxigênio (DBO, nitrato e índice de qualidade das águas (IQA, principalmente nas proximidades dos grandes centros urbanos. A análise de Cluster definiu três grandes grupos de estações de monitoramento, agrupadas segundo a qualidade de suas águas, correspondentes aos níveis de alta poluição, poluição moderada e baixa poluição. No entanto, ao longo de toda a sub-bacia, foi observada a degradação da qualidade da água durante o período estudado, principalmente relacionada ao lançamento de esgotos domésticos. Uma importante constatação foi a alteração da qualidade da água no baixo Rio das Velhas, apontada pela tendência de redução do IQA em estações localizadas nessa região, o que merece atenção dos órgãos governamentais para ações de manejo.

  10. Tendências temporais e espaciais da qualidade das águas superficiais da sub-bacia do Rio das Velhas, estado de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Laura Cerqueira Trindade

    2016-10-01

    Full Text Available RESUMO Este artigo apresenta uma análise da tendência temporal e espacial da qualidade das águas superficiais da sub-bacia do Rio das Velhas, inserida na bacia do Rio São Francisco, em Minas Gerais, Brasil. Foram analisados 16.625 dados coletados no período de 2002 a 2011 pelo programa de monitoramento de qualidade das águas superficiais efetuado pelo Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam. Testes estatísticos, multivariados e não paramétricos foram utilizados para avaliar 11 variáveis físicas, químicas e microbiológicas de 29 estações de monitoramento. Os resultados das análises de tendência Mann-Kendall/Sazonal de Mann-Kendall sugeriram que a maioria dos cursos d'água da região apresentam valores estáveis das variáveis ao longo do período estudado, com maiores alterações associadas a coliformes termotolerantes, demanda bioquímica de oxigênio (DBO, nitrato e índice de qualidade das águas (IQA, principalmente nas proximidades dos grandes centros urbanos. A análise de Cluster definiu três grandes grupos de estações de monitoramento, agrupadas segundo a qualidade de suas águas, correspondentes aos níveis de alta poluição, poluição moderada e baixa poluição. No entanto, ao longo de toda a sub-bacia, foi observada a degradação da qualidade da água durante o período estudado, principalmente relacionada ao lançamento de esgotos domésticos. Uma importante constatação foi a alteração da qualidade da água no baixo Rio das Velhas, apontada pela tendência de redução do IQA em estações localizadas nessa região, o que merece atenção dos órgãos governamentais para ações de manejo.

  11. FRAGILIDADE AMBIENTAL DA BACIA DO RIO PEQUENO EM SÃO JOSÉ DOS PINHAIS (PR)

    OpenAIRE

    Soares, Marcia Regina Gomes de Jesus; Universidade Tuiuti do Paraná; Souza, Jorge Luiz Moretti de; Universidade Federal do Paraná; Jerszurki, Daniela

    2013-01-01

    O presente trabalho teve o objetivo de identificar e avaliar a fragilidade ambiental da bacia do rio Pequeno, situada no município de São José dos Pinhais (PR). A fragilidade ambiental foi determinada baseando-se em dados de solo e declividade. O mapa de fragilidade potencial foi gerado pelo cruzamento do mapa de declividade com o de solos, e o mapa de fragilidade emergente foi gerado com o cruzamento do mapa da fragilidade potencial com o de uso atual do solo. As classes de fragilidade “muit...

  12. Instalação de uma pequena bacia experimental florestal: estudo de caso da bacia do Rio Araponga

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline de Almeida Mota

    Full Text Available RESUMO O presente trabalho detalha aspectos importantes a serem observados nos procedimentos de seleção e caracterização de uma bacia experimental florestal e instalação de um sistema de monitoramento hidrológico, com enfoque em fluviometria, pluviometria e tensiometria. Para tanto, utilizou-se a experiência adquirida no estudo de caso da bacia experimental do Rio Araponga (ARA, localizada no município de Rio Negrinho (SC. O levantamento dos pontos de nascentes e confluências permitiu a extração da rede de drenagem mais próxima da realidade considerando a base cartográfica disponível (escala 1:10.000. A determinação dos locais adequados dos aparelhos de monitoramento hidrológico foi possível somente com levantamento topográfico mais detalhado (escala 1:5.000.

  13. Instalação de uma pequena bacia experimental florestal: estudo de caso da bacia do Rio Araponga

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline de Almeida Mota

    2016-10-01

    Full Text Available RESUMO O presente trabalho detalha aspectos importantes a serem observados nos procedimentos de seleção e caracterização de uma bacia experimental florestal e instalação de um sistema de monitoramento hidrológico, com enfoque em fluviometria, pluviometria e tensiometria. Para tanto, utilizou-se a experiência adquirida no estudo de caso da bacia experimental do Rio Araponga (ARA, localizada no município de Rio Negrinho (SC. O levantamento dos pontos de nascentes e confluências permitiu a extração da rede de drenagem mais próxima da realidade considerando a base cartográfica disponível (escala 1:10.000. A determinação dos locais adequados dos aparelhos de monitoramento hidrológico foi possível somente com levantamento topográfico mais detalhado (escala 1:5.000.

  14. ESTUDO DE PARÂMETROS MORFOMÉTRICOS DA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JACARECICA (SE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex de Sousa Lima

    2016-03-01

    Full Text Available Dentre as diversas formas de se estudar as bacias hidrográficas uma delas é através dos parâmetros morfométricos, pois dão o suporte ao entendimento de processos dinâmicos atuantes no relevo. Este trabalho visou estudar a morfometria da sub-bacia do rio Jacarecica, Sergipe, Brasil. A base de dados utilizada foi a do Atlas Digital sobre Recursos Hídricos de Sergipe (SEPLAN/SRH, 2004, corrigida. As características morfométricas de área foram obtidas através do software Spring 4.3, enquanto que as outras se deram por meio de equações. A área da drenagem encontrada foi de 503,76 km², extensão de 59 km e orientação NW-SE. A partir dos dados constatou-se que a sub-bacia apresenta-se alongada, apesar de o Índice de Circularidade (Ic apontar para um arredondamento. É sinuoso com drenagem baixa e sua densidade hidrográfica é diretamente afetada pelas Serras Residuais (quartzito. Observou-se que na área a montante das serras há uma deficiência de umidade o que influi na ocupação e utilização do espaço agrário local. Fato que faz com que haja na sub-bacia dois comportamentos diferenciados quanto à distribuição de umidade, controlado pelo fator orográfico. Palavras-chave: Morfometria; Bacia Hidrográfica; Geologia; Geomorfologia.   STUDY OF MORPHOMETRIC PARAMETERS OF THE SUB-BASIN OF THE RIVER JACARECICA (SE   ABSTRACT Among the various forms of studying watersheds of them is through the morphometric parameters because they give support to the understanding of active dynamic processes in relief. This work aimed to study the morphology of the sub-basin of the river Jacarecica, Sergipe, Brazil. The database used was the Digital Atlas of Sergipe on Water Resources (SEPLAN / SRH, 2004, corrected. The morphological characteristics of the area were obtained Spring 4.3 software, while the other is given by equations. The drainage area found was 503.76 square kilometers, extending 59 km and NW-SE orientation. From the data it

  15. Análise temporal da permeabilidade da superfície urbana da sub-bacia do córrego centenário em Lavras, MG Temporal analysis of permeability urban surfaces locaty of the Centenário sub-basin creek in Lavras, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Barbosa Furtini

    2007-08-01

    Full Text Available Nos últimos anos, séries de estudos têm sido realizadas por estudiosos de diferentes áreas para estabelecer os efeitos da urbanização na hidrologia de sub-bacias. O processo de urbanização freqüentemente produz alterações na drenagem da água pluvial. Um SIG com dados cadastrais planaltimétricos e fotografias aéreas permitiram estudar a ocupação em 3 diferentes períodos (1999, 1986 e 1971 na sub-bacia do Centenário, na cidade de Lavras, MG. Objetivou-se com este estudo realizar a análise temporal da permeabilidade da superfície na sub-bacia do Centenário comparando os 3 períodos. A permeabilidade da superfície urbana foi obtida pela análise da ocupação dos quarteirões por área construída ou pavimentada. Os resultados permitiram verificar que a permeabilidade da superfície decaiu de 1971 para 1999. Nestes anos a área urbana cresceu reduzindo a permeabilidade do solo da sub-bacia. Conclui-se que, sendo óbvio que a urbanização causou impactos na sub-bacia, as metodologias utilizadas para essas análises foram muito eficientes para determinar os impactos de superfícies impermeáveis.Over the past years, a series of studies have been undertaken by scientists of different areas, to assess the effects of urbanization on the hidrology of subbasins. The urbanization process has frequently been done alterations on the drainage of pluvial water. A GIS data base containing the cadastral planiltimetric charts and aerial photographies allowed to study the land occupation in three different periods (1999, 1986 and 1971 of the Centenário Subbasin in Lavras city, MG. So, the subject of this study was to realize a temporal analysis of the surface permeability of the Centenário subbasin comparing the three periods. The urban surface permeability was avaibled by the analysis of the city's squares occupation per builted or paved area. The results permitted verify that the surface permeability downed from 1971 to 1999 years. In

  16. Uso da terra e relações de dependência com o ambiente nas planícies fluviais da sub-bacia do rio Cangati-CE

    OpenAIRE

    Lucia Brito da Cruz, Maria

    2010-01-01

    Neste trabalho busca-se analisar e avaliar a sub-bacia do rio Cangati - CE, de forma a identificar e mapear a sua capacidade de sustentabilidade quanto ao uso dos recursos naturais, caracterizar as potencialidades e limitações da utilização de suas planícies fluviais, definindo os limites das unidades de paisagens da área estudada, caracterizando seus componentes ambientais, avaliando o potencial de uso e o conflito quanto à aplicabilidade da legislação ambiental pertinente, id...

  17. ANÁLISE E COMPARTIMENTAÇÃO MORFOMÉTRICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO ALTO RIO DAS VELHAS – REGIÃO CENTRAL DE MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Felipe Soares Cherem

    2011-11-01

    Full Text Available A bacia hidrográfica do Rio das Velhas, porção central de Minas Gerais, é objeto de estudos geomorfológicos desde o início do século XX e, durante esse período, avanços conceituais e metodológicos permitiram que os resultados obtidos inicialmente fossem reinterpretados num novo contexto científico. Os estudos desenvolvidos nessa bacia se concentram em seu alto curso por este corresponder ao núcleo da Província Mineral do Quadrilátero Ferrífero, uma paisagem montanhosa peculiar marcada por forte condicionamento litológico, estrutural e tectônico. Entretanto, o foco de análise da geomorfologia regional ainda não havia se voltado à análise morfométrica dessa bacia hidrográfica. Essa análise permite a compartimentação de bacias hidrográficas em agrupamentos de sub-bacias com características homogêneas e, consequentemente, subsidia estudos geomorfológicos de outra natureza e o planejamento e a gestão ambiental do território. Nesse contexto, esse artigo visa fornecer esse tipo de subsídio para a bacia hidrográfica do alto Rio das Velhas. Para tanto, são apresentadas a análise e a compartimentação morfométricas dessa bacia, avaliando a significância estatística das Leis de Horton e a distribuição espacial dos demais parâmetros morfométricos. Os resultados indicam o agrupamento de sub-bacias para nove dos onze parâmetros morfométricos avaliados. Esse comportamento permite a compartimentação dessa bacia em cinco grupos, cuja diferenciação se deve a aspectos lito-estruturais e tectônicos. Observa-se que os aspectos litológicos condicionam a composição desses agrupamentos, sendo os principais elementos na configuração do relevo e da rede de drenagem, embora haja variação morfométrica entre as porções E e W no granito-gnaisse do Complexo do Bação

  18. MAPEAMENTO HIDROGRÁFICO DE DETALHE E ANÁLISE MORFOMÉTRICA COMPARATIVA DAS BACIAS DOS RIOS TIJUÍPE E TIJUIPINHO, LITORAL SUL DA BAHIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Enrico Salamim Fonseca Spanghero

    2015-03-01

    Full Text Available Este artigo teve como objetivo elaborar um mapeamento hidrográfico de detalhe e análise morfométrica comparativa das bacias dos rios Tijuípe e Tijuipinho, situadas no litoral sul da Bahia. Para tal, foram realizadas análises por meio de fotointerpretação, sensoriamento remoto e pesquisas de campo, nos quais restituímos as redes hidrográficas e delineamos os divisores de água das bacias, processando estas informações em um Sistema de Informação Geográfica (SIG, que utilizamos na edição dos mapas e na leitura digital dos dados lineares, de superfície e altimétricos. No geral, constatou-se que a área da bacia do Tijuípe é de 74,66 km2, enquanto que a área do Tijuipinho é de 41,27 km2 e possuem densidade de drenagem de 3,74 km de canais/km² para a bacia do Tijuípe e 2,67 km de canais/km² para a bacia do Tijuipinho. Constatou-se que as bacias estudadas possuem formas relativamente alongadas, influenciadas pelos lineamentos estruturais da região que determinaram a formação de dois vales paralelos, o do Tijuípe e do Tijuipinho, na direção SO-NE. Conclui-se que a abordagem apresentada tenha o potencial de orientar a demarcação de importantes mananciais e de áreas de recarga dos aquíferos, bem como a delimitação de áreas sujeitas a desequilíbrios morfodinâmicos.

  19. Morfologia e aspectos hidrológicos da bacia hidrográfica do rio Preto, divisa dos estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelci Olszevski

    2011-06-01

    Full Text Available Neste trabalho, determinaram-se as características morfométricas do relevo e da rede de drenagem da Bacia Hidrográfica do Rio Preto, com a finalidade de prever do comportamento hidrológico da área. A partir da delimitação da área da bacia, da digitalização das curvas de nível e do sistema de drenagem, foram obtidas características geométricas do relevo e da hidrografia da BHRP e das suas seis sub-bacias. Concluiu-se que a área apresentava forma alongada e estreita, aliada a uma alta densidade de drenagem, evidenciando menor possibilidade de ocorrência de cheias. Porém, foram observadas enchentes justificadas pelos solos rasos, pelos intensos processos de desmatamento e uso da terra e pelo relevo acidentado, sendo 73,1% da área caracterizada como de relevo forte-ondulado a montanhoso. Quanto às sub-bacias, verificou-se que em todas essas unidades menos de 28% da área era compreendida de relevo plano, facilitando a erosão hídrica.

  20. Carta de fragilidade ambiental da bacia do rio Keller, Estado do Paraná: subsídio ao estudo dos processos erosivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Myriam da Silveira Reis Nakashima

    2001-05-01

    Full Text Available Este trabalho desenvolvido na bacia do rio Keller, Estado do Paraná objetiva divulgar a metodologia para o estudo da fragilidade ambiental da relação relevo-solo e dos graus de proteção pertinentes ao uso da terra/vegetação. Pretende também demonstrar a sua repercussão sobre os processos erosivos em áreas com substrato basáltico, sob interferência de clima mesotérmico úmido do (tipo cfa, cfah, da classificação de Köeppen. Fundamentada nestas constatações, propõe-se a classificação da fragilidade ambiental para a bacia do rio Keller, apoiada nas análises laboratoriais efetuadas nos horizontes dos diferentes tipos de solos, bem como nos ensaios de campo, utilizando o penetrômetro de bolso (que mede a resistência à penetração de cada um destes horizontes e o infiltrômetro de superfície e sub-superfície. Tais procedimentos levam à compreensão da fragilidade ambiental (relação relevo-solo, uso da terra/vegetação evidenciando e localizando as classes com maior potencial erosivo (mais “instáveis” e as menos susceptíveis ao desencadeamento desses processos (mais “estáveis”. Os resultados alcançados com a pesquisa demonstram: Baixa fragilidade ambiental inerente aos altos topos esculpidos no basalto amigdaloidal (0%-6% de declividade, que abrigam Latossolo Vermelho, textura argilosa, café ou cultivo temporário. Sua vinculação com as classes texturais compreendendo argila e argila pesada, com índices de infiltração muito rápidos a rápidos, que podem ocasionar processos erosivos voltados para a erosão laminar. Fragilidade média nas vertentes (de 0%-12%, 12%-20%, de declividade, detentoras de basalto amigdaloidal, com Nitossolo Vermelho ou de basalto de estrutura maciça com Neossolo Litótico. O uso da terra é caracterizado por cultivos temporários ou pastagem. Classe textural franco-argila-siltosa, franco-siltosa e índice do infiltrômetro de subsuperfície muito rápido (Neossolo Lit

  1. Tendências temporais e espaciais da qualidade das águas superficiais da sub-bacia do Rio das Velhas, estado de Minas Gerais

    OpenAIRE

    Trindade, Ana Laura Cerqueira; Almeida, Katiane Cristina de Brito; Barbosa, Pedro Engler; Oliveira, Sílvia Maria Alves Corrêa

    2016-01-01

    RESUMO Este artigo apresenta uma análise da tendência temporal e espacial da qualidade das águas superficiais da sub-bacia do Rio das Velhas, inserida na bacia do Rio São Francisco, em Minas Gerais, Brasil. Foram analisados 16.625 dados coletados no período de 2002 a 2011 pelo programa de monitoramento de qualidade das águas superficiais efetuado pelo Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam). Testes estatísticos, multivariados e não paramétricos foram utilizados para avaliar 11 variáveis ...

  2. CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS E MORFOMÉTRICAS DOS CANAIS DE DRENAGEM DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO BOM SUCESSO - SEMIÁRIDO DA BAHIA/BRASIL

    OpenAIRE

    Kleber Carvalho Lima; Archimedes Perez Filho; Cenira Maria Lupinacci Cunha

    2014-01-01

    Propõe-se neste artigo, analisar as características dos canais de drenagem intermitentes e efêmeros da Bacia Hidrográfica do Rio Bom Sucesso (Bahia), levando-se em consideração os seus aspectos morfológicos e morfométricos. Para tanto, definiu-se a rede de drenagem, caracterizaram-se os canais de drenagem, classificaram-se os cursos fluviais quanto à textura do canal e aplicaram-se os índices morfométricos. Por meio disso, verificou-se que a bacia possui baixa densidade de drenagem e baixa de...

  3. Análise comparativa de métodos para delimitação automática das sub-bacias do alto curso do Rio Preto

    OpenAIRE

    Carvalho, Paulo Roberto de Sousa

    2010-01-01

    A gestão dos recursos hídricos representa hoje uma das mais importantes vertentes no que tange à gestão ambiental. Tendo em vista os problemas de aumento das demandas localizadas por água e a degradação de sua qualidade, torna-se premente o desenvolvimento de estudos morfométricos de bacias hidrográficas, a fim de fornecer maiores subsídios para sua gestão. O alto curso do rio Preto, objeto da presente pesquisa, é caracterizado por uma forte presença de atividades agrícolas, o que confere um ...

  4. A ASSIMETRIA DE BACIAS HIDROGRÁFICAS E INFLUÊNCIAS LITOESTRUTURAIS NA GEOMORFOLOGIA DO RIO FORMOSO, TO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Santos

    2017-03-01

    Full Text Available O presente trabalho avaliou os aspectos de assimetria da bacia hidrográfica do rio Formoso, TO, a partir da aplicação de parâmetros geomórficos e da análise regional lito-estrutural e geomorfológica. A bacia está estabelecida sobre complexos granulíticos, faixas móveis e extensas coberturas sedimentares. O Geoprocessamento foi utilizado no armazenamento, tratamento e classificação dos dados, e juntamente com as observações de campo, foram feitas análises comparativas e correlativas. O rio Formoso é de oitava ordem, com uma área de 21.593 km² e 20.628 km de canais. Foram aplicados os índices geomórficos Fator de Assimetria da Bacia de Drenagem (FABD e o Fator de Simetria Topográfica Transversal (FSTT. Os índices apontam que bacia hidrográfica possui 76% de área à direita do canal principal (Leste, área que com relevos suavemente ondulados e fortemente ondulados. O caimento do terreno é maior no médio e baixo curso no sentido da Bacia Sedimentar do Bananal, eixo de subsidência regional. Destacam-se os resultados obtidos das análises dos ribeirões Grota da Mata e Água Verde, que possuem forte grau de assimetria associado à ocorrência de crosta lateritica, que recobrem os divisores de água dos patamares interfluviais.

  5. AVALIAÇÃO DA CONDIÇÃO GEOMORFOLÓGICA DA BACIA DO RIO MACAÉ – RJ A PARTIR DA METODOLOGIA DE CLASSIFICAÇÃO DOS ESTILOS FLUVIAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raphael Nunes de Souza Lima

    2013-03-01

    Full Text Available Diante dos problemas ambientais, que direta ou indiretamente afetam a funcionalidade geomorfológica e ecológica dos rios, a utilização de técnicas para classificação de tipologias fluviais vem se tornando uma metodologia com apelo para a gestão de bacias hidrográficas por permitir compreender as interdependências que ocorrem entre os diferentes trechos do rio desde a nascente até a foz. O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de analisar tipologias fluviais ao longo de diferentes ambientes na bacia do rio Macaé, contextualizando-os no processo de evolução da paisagem a partir da metodologia de classificação geomorfológica de canais denominada estilos fluviais (river styles. A caracterização de estilos fluviais na bacia do rio Macaé foi realizada a partir de uma rede de avaliação hierarquizada de “parâmetros chave”, referente aos principais controles da forma e comportamento do rio, sendo eles: compartimentação geomorfológica; característica do vale; forma em planta do canal; geometria do canal; unidades geomorfológicas; e composição do leito. Com base na metodologia proposta foram identificados sete estilos fluviais cuja diferenciação permitiu compreender, de forma integrada, as formas e processos que caracterizam os diferentes ambientes fluviais, compará-los, assim como identificar sua distribuição espacial na bacia. Neste contexto, o sistema hidrográfico do rio Macaé pôde ser caracterizado como uma grande área de nascentes e canais erosivos que produzem e liberam eficientemente matéria e energia até os compartimentos mais baixos do relevo, que por sua vez o processam com menor velocidade até os trechos retificados, onde há novamente um aumento da capacidade de transporte até a saída do sistema na cidade de Macaé.

  6. Analises dos padrões e estilos de canais a partir da paisagem geomorfológica fluvial na Bacia do Rio UNA/PE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Cassiano Silva

    2016-12-01

    Full Text Available Os estilos fluviais refletem a fisiografia estrutural da rede de drenagem controladas pelos estratos rochosos, retratando na paisagem sua dinâmica, assim como os padrões de canais, que podem ser alterados por processos geomorfológicos, climáticos e antrópicos. O quadro dos estilos fluvial fornece um modelo geomorfológico dos processos espaciais e temporais biofísicos para gestão e planejamento das bacias hidrográficas. O presente trabalho teve como objetivo analisar as influências do comportamento no canal da bacia do rio Una localizado no Nordeste do Estado de Pernambuco, a partir da investigação das feições da drenagem como reflexo da transferência de matéria e energia entre distintos compartimentos e setores do ambiente fluvial. A metodologia baseou-se em (Brierley & Fryirs, 2005, a partir da avaliação do índice de sinuosidade, mapeamento dos estilos e das feições fluviais, perfis longitudinais e trabalhos de observação em campo. Assim, constatou-se que a influência estrutural na rede de drenagem da referida bacia comandou a retilineidade do canal Una, com quebra no gradiente topográfico, inflexão do canal e vales encaixados. Nesse ambiente, constatou que a produção e deposição dos sedimentos estão vinculados as influências do clima tropical.

  7. CARACTERIZAÇÃO FÍSICA E SOCIOECONÔMICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO GONGOGI, BAHIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amom Chrystian de Oliveira Teixeira

    2012-10-01

    Full Text Available Este trabalho caracterizou os aspectos ambientais, sociais, econômicos e a dinâmica de uso da terra da Bacia Hidrográfica do Rio Gongogi na Bahia, visando contribuir para o planejamento e gestão dos seus recursos naturais. Para isto, foram obtidos dados digitais dos mapas de solos, geomorfologia, geologia e climatologia da área de estudo junto a Superintendência de Estudos Sociais e Econômicos da Bahia (SEI. Para a caracterização socioeconômica e do uso da terra foram realizados levantamentos de dados secundários junto ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE e a SEI, referentes à estrutura fundiária (1998, produção de cacau dos municípios (1990-2010, uso da terra (1996-2006, efetivo bovino (1975-2010 e população (1970-2010. Foi possível verificar que o uso da terra predominante na bacia são as pastagens, mesmo nos municípios onde a economia se encontra baseada na atividade cacaueira. A Bacia Hidrográfica do Rio Gongogi apresenta uma concentração de terras ocasionada por um processo histórico de uso e ocupação do solo, causado tanto pela pecuária extensiva como pelo monocultivo do cacau. O município de Dário Meira se destaca na produção de cacau, enquanto que Ibicuí possui o maior efetivo bovino. Os usos da terra se correlacionam diretamente com as condições climáticas da bacia, pois, as áreas de cultivo cacaueiro ocorrem em clima mais úmido, enquanto as pastagens nas áreas de clima mais seco.

  8. Uso de imagens de satélite como suporte à estimativa da demanda hídrica na sub-bacia do Rio Urucuia, MG

    OpenAIRE

    Silva, Lorena Santos Cordeiro da

    2014-01-01

    O objetivo deste trabalho foi estimar a demanda hídrica destinada à irrigação na sub-bacia Urucuia, MG, utilizando dados de sensoriamento remoto e comparar os resultados obtidos com a disponibilidade hídrica da sub-bacia. Para estimativa da demanda hídrica foi calculada a evapotranspiração de referência a partir dos dados coletados da Plataforma de Coleta de Dados (PCD) do município de Santa Fé de Minas e, posteriormente, foi calculada a evapotranspiração das culturas existentes na área. Atra...

  9. VULNERABILIDADE AOS IMPACTOS AMBIENTAIS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CAUAMÉ EM DECORRÊNCIA DA EXPANSÃO URBANA E USO PARA LAZER EM SUAS PRAIAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana da Silva Oliveira

    2015-09-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve como objetivo caracterizar temporalmente o uso e cobertura da bacia hidrográfica do rio Cauamé, no ano de 2014 e análise visual para 1943 e 1975, para identificar as vulnerabilidades sócioambientais com base no padrão de uso destinado ao lazer nas praias do rio Cauamé. As etapas metodológicas foram baseadas em técnicas de sensoriamento remoto/geoprocessamento que foram utilizadas para a classificação do uso e cobertura da terra, perfil longitudinal, declividade e hipsometria; idas a campo, para a identificação dos pontos vulneráveis a impactos ambientais e sua caracterização. A bacia foi compartimentada com base em critérios geomorfológicos em três divisões: alta, média e baixa bacia as quais representem o alto, médio e baixo curso do rio Cauamé. Esses três compartimentos foram segmentados em quatro tipos de padrões de drenagem: retangular, paralelos, dendríticos e sub-dendríticos. Foram caracterizadas seis praias para o lazer: Praia do Caçari, Praia da Polar, Praia do Curupira, Banho da Ponte, Banho do Caranã e Banhoda Cachoeirinha. Os resultados desta pesquisa ajudarão a traçar o perfíl do meio físico, como o padrão de uso e cobertura da bacia do rio Cauamé, e servir de base para a caracterização das áreas destinadas ao lazer e seus respectivos impactos ambientais. Informações importantes para o gerenciamento/planejamento urbano e de áreas úmidas, assim como compor bases iniciais do entendimento dos aspectos hidrogeomorfológicos de Roraima.

  10. VULNERABILIDADE AOS IMPACTOS AMBIENTAIS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CAUAMÉ EM DECORRÊNCIA DA EXPANSÃO URBANA E USO PARA LAZER EM SUAS PRAIAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana da Silva Oliveira, Thiago Morato Carvalho

    2014-08-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve como objetivo caracterizar temporalmente o uso e cobertura da bacia hidrográfica do rio Cauamé, no ano de 2014 e análise visual para 1943 e 1975, para identificar as vulnerabilidades sócio-ambientais com base no padrão de uso destinado ao lazer nas praias do rio Cauamé. As etapas metodológicas foram baseadas em técnicas de sensoriamento remoto/geoprocessamento que foram utilizadas para a classificação do uso e cobertura da terra, perfil longitudinal, declividade e hipsometria; idas a campo, para a identificação dos pontos vulneráveis a impactos ambientais e sua caracterização. A bacia foi compartimentada com base em critérios geomorfológicos em três divisões: alta, média e baixa bacia as quais representem o alto, médio e baixo curso do rio Cauamé. Esses três compartimentos foram segmentados em quatro tipos de padrões de drenagem: retangular, paralelos, dendríticos e sub-dendríticos. Foram caracterizadas seis praias para o lazer: Praia do Caçari, Praia da Polar, Praia do Curupira, Banho da Ponte, Banho do Caranã e Banho da Cachoeirinha. Os resultados desta pesquisa ajudarão a traçar o perfíl do meio físico, como o padrão de uso e cobertura da bacia do rio Cauamé, e servir de base para a caracterização das áreas destinadas ao lazer e seus respectivos impactos ambientais. Informações importantes para o gerenciamento/planejamento urbano e de áreas úmidas, assim como compor bases iniciais do entendimento dos aspectos hidrogeomorfológicos de Roraima.

  11. FRAGILIDADE AMBIENTAL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SERIDÓ (RN/PB – BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Cirício Pereira Neto

    2015-09-01

    Full Text Available Este artigo apresenta uma análise da fragilidade ambiental da bacia hidrográfica do Rio Seridó, localizada entre os estados da Paraíba e do Rio Grande do Norte (Brasil, a fim de identificar áreas potencialmente instáveis. Este estudo encontra-se apoiado na abordagem metodológica da Ecodinâmica de J. Tricart (1977 e em sua proposta de operacionalização defendida por J. Ross (1994, referente às unidades ecodinâmicas de instabilidade potencial e emergente com base nos índices de dissecação do relevo ou rugosidade topográfica e adaptada para o recorte espacial pesquisado. Os resultados revelam que, em uma perspectiva quantitativa sobre a análise da referida bacia hidrográfica, estes valores podem ser traduzidos em classes de fragilidade potencial em torno dos 2.613,0 km² de fraca intensidade; 5.188,4 km² de média intensidade; e dos 2.585,5 km² de forte intensidade. No que diz respeito à fragilidade emergente, estes se aproximam dos 2.212,0 km² de fraca intensidade; 6.191,23 km² de média intensidade; e 2.062,34 km² de forte intensidade. Os dados obtidos assumem importância fundamental para o planejamento territorial e ambiental da bacia hidrográfica, uma vez que foi possível ainda observar uma intrínseca associação dos municípios componentes do núcleo de desertificação do Seridó com as áreas de forte instabilidade/fragilidade ambiental.

  12. FRAGILIDADE POTENCIAL E EMERGENTE NA BACIA DO RIO DAS PEDRAS, GUARAPUAVA, PR - BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Eugênio Pachechenik

    2013-10-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo delimitar a potencialidade do uso do solo para auxiliar no planejamento da exploração dos recursos naturais da bacia do rio das Pedras, situada no município de Guarapuava, Paraná, Brasil. Aplicou-se uma metodologia de análise empírica da fragilidade ambiental, digitalizando a área e rede de drenagem da bacia, e gerando-se, posteriormente, um modelo numérico do terreno, empregando programas especializados. A área da bacia apresenta fragilidade ambiental potencial entre as classes “média” e “alta”, com os usos do solo classificando-a na fragilidade ambiental emergente “muito baixa” e “baixa”. Os limites da potencialidade de uso do solo indicam que a bacia está protegida da erosão e os fatores de forma demonstram, para as atuais condições, que há “pequena” possibilidade de ocorrer enchentes.

  13. Estrutura organizacional do fitoplâncton nos sistemas lóticos e lênticos da bacia do Tietê-Jacaré (UGRHi-Tietê-Jacaré) em relação à qualidade da água e estado trófico

    OpenAIRE

    Anna Paula Luzia

    2009-01-01

    Este trabalho teve como objetivo estudar a estrutura fitoplanctônica dos sistemas lênticos e lóticos da bacia do Tietê/Jacaré, localizada no estado de São Paulo, quanto à composição e dominância dos organismos fitoplanctônicos com a qualidade e estado trófico dos rios e lagos desta bacia. A bacia do Tietê/Jacaré é composta por três rios principais: médio Tietê, Jacaré Guaçú e Jacaré Pepira, Essa bacia é composta por cinco sub bacias: Jacaré Guaçú, Jacaré Pepira, Médio Tietê, Bauru e Jaú. Fora...

  14. Análise climática da Bacia Hidrográfica do Rio Mamanguape

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elydeise C. A. dos Santos

    2015-01-01

    Full Text Available A precipitação no Nordeste brasileiro apresenta grande variabilidade, motivo pelo qual o monitoramento dos períodos secos e chuvosos se faz necessário, haja vista ser imprescindível para garantir o gerenciamento adequado dos recursos hídricos. Neste sentido foi utilizado o Índice de Anomalia de Chuva a fim de monitorar os períodos secos e chuvosos e suas intensidades. Utilizaram-se dados de 31 postos distribuídos ao longo da Bacia Hidrográfica do Rio Mamanguape com série histórica de 18 anos (de 1994 a 2011. Dentro de cada ano foram observados dois períodos distintos, um período úmido, que vai de março a agosto e um período seco, que se estende de setembro a fevereiro. Esta pesquisa apresenta a climatologia espacial da bacia, a qual evidenciou três regiões distintas, sendo a primeira a região leste, a segunda é a região central e a terceira é a região oeste. Por fim, foram efetuadas projeções de redução e aumento da precipitação em 20% sobre o valor atual obtido a partir da série histórica, como recomendado pelo IPCC (2001; foi possível, desta forma, projetar futuras variações climáticas na região da bacia as quais são passíveis de alterar, de maneira significativa, seu aporte hídrico.

  15. Fishes of the Taquari-Antas river basin (Patos Lagoon basin, southern Brazil Peixes da bacia do rio Taquari-Antas (sistema da Laguna dos Patos, sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    FG. Becker

    2013-02-01

    Full Text Available The aquatic habitats of the Taquari-Antas river basin (in the Patos Lagoon basin, southern Brazil are under marked environmental transformation because of river damming for hydropower production. In order to provide an information baseline on the fish fauna of the Taquari-Antas basin, we provide a comprehensive survey of fish species based on primary and secondary data. We found 5,299 valid records of fish species in the basin, representing 119 species and 519 sampling sites. There are 13 non-native species, six of which are native to other Neotropical river basins. About 24% of the total native species are still lacking a taxonomic description at the species level. Three native long-distance migratory species were recorded (Leporinus obtusidens, Prochilodus lineatus, Salminus brasiliensis, as well as two potential mid-distance migrators (Parapimelodus nigribarbis and Pimelodus pintado. Although there is only one officially endangered species in the basin (S. brasiliensis, restricted range species (21.7% of total species should be considered in conservation efforts.Os ambientes aquáticos da Bacia do rio Taquari-Antas (Bacia da Laguna dos Patos, sul do Brasil vêm sofrendo considerável transformação, principalmente em razão da implantação de barragens para geração de energia elétrica. Com o objetivo de estabelecer um diagnóstico amplo da ictiofauna da Bacia do Taquari-Antas, realizou-se um inventário das espécies dessa bacia a partir de dados primários e secundários. Foram obtidos 5.299 registros válidos de espécies de peixe na bacia, representando 119 espécies e 519 localidades amostradas. Ocorrem, na bacia, 13 espécies não nativas, seis das quais são oriundas de outras bacias neotropicais. Cerca de 24% de todas as espécies carecem de descrição taxonômica no nível específico. Foram registradas três espécies nativas migradoras de longa distância (Leporinus obtusidens, Prochilodus lineatus e Salminus brasiliensis e

  16. CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS E MORFOMÉTRICAS DOS CANAIS DE DRENAGEM DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO BOM SUCESSO - SEMIÁRIDO DA BAHIA/BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kleber Carvalho Lima

    2014-04-01

    Full Text Available Propõe-se neste artigo, analisar as características dos canais de drenagem intermitentes e efêmeros da Bacia Hidrográfica do Rio Bom Sucesso (Bahia, levando-se em consideração os seus aspectos morfológicos e morfométricos. Para tanto, definiu-se a rede de drenagem, caracterizaram-se os canais de drenagem, classificaram-se os cursos fluviais quanto à textura do canal e aplicaram-se os índices morfométricos. Por meio disso, verificou-se que a bacia possui baixa densidade de drenagem e baixa densidade hidrográfica, baixo potencial para a elaboração de formas de origem fluvial. Predomina o transporte de sedimentos por carga de fundo, o que demonstra a relação existente entre o regime fluvial e os eventos pluviométricos de grande magnitude, típicos do semiárido. Além disso, as características geométricas dos canais demonstram o predomínio da erosão lateral em contraponto à erosão vertical do relevo.

  17. Avaliação Multitemporal da Susceptibilidade Erosiva na Bacia do Rio Urucuia (Mg Por Meio da Equação Universal de Perda de Solos.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarisse Lacerda Mata

    2007-12-01

    Full Text Available A Equação Universal de Perda de Solos (EUPS é um modelo de predição de perda de solo segundo um produto da erosividade da chuva, Fator R, da erodibilidade do solo, Fator K, do comprimento de rampa, Fator L, da declividade da vertente, Fator S, da cobertura e do manejo, Fator C, e das práticas conservacionistas, Fator P. Esta metodologia de predição de perda de solos, tem também tem sido utilizada como um instrumento de avaliação de risco à erosão e como medida de planejamento em bacias de uso agrícola. Assim, o presente trabalho tem por objetivo identificar as mudanças da erosão do solo na Bacia do Rio Urucuia, Minas Gerais, Brasil, através dos resultados da EUPS para 1987 e 2007. A Bacia do Rio Urucuia é tributária da Bacia do Rio São Francisco, com aproximadamente 25.000 km², contribui com 10% de vazão e 18% da carga de sedimentos. A metodologia usou o SIG para obtenção do Fator Topográfico (LS e o Sensoriamento Remoto para a determinação dos fatores de cobertura e  manejo (C e práticas conservacionistas (P. A classificação das imagens Landsat-TM foi feita pelo método ISODATA para dois anos, 1987 e 2007. A análise multitemporal determinou para a área estudada a ocorrência de mudanças significativas na erosão do solo, no final de vinte anos. O fator mais significativo para a degradação e erosão foi o aumento das áreas agrícolas. Os resultados mostram a distribuição espacial das distintas áreas propensas à erosão na bacia, onde práticas conservacionistas são fundamentais na prevenção da perda de solo por erosão. A análise é importante para o planejamento ambiental, e pode dar subsídio ao estabelecimento de cenários que visem o desenvolvimento sustentável da bacia.

  18. Análise Espacial com SIG de Parâmetros Ambientais e Comportamento Hidrológico (Chuva-Vazão de uma Bacia de drenagem Montanhosa na Serra Dos Órgãos: Bacia Do Paquequer, Município De Teresópolis, RJ.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Semiramis Silveira

    2007-11-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objetivos principais apresentar e analisar, por meio de Sistema de Informação Geográfica, a distribuição espacial dos parâmetros ambientais, na escala 1:50.000, e discutir a possível influência destes na dinâmica hidrológica de chuvavazão da bacia do Paquequer. Este rio (5ª ordem, 30 km de comprimento nasce na Serra dos Órgãos e drena 269 km2 para o vale do Paraíba do Sul. A pluviosidade anual varia de 1500 mm a jusante da bacia até mais de 3000 mm na cabeceira e as chuvas predominam no verão. Em 1996, a vegetação da bacia era composta por um mosaico de diferentes estágios de sucessão ecológica até Floresta Ombrófila Densa - Mata Atlântica, em fragmentos de diferentes tamanhos, e 25 % da área com uso urbano/rural. Na bacia ocorrem 3 unidades geológicas (Granito Teresópolis, Batólito Serra dos Órgãos (gnaisse e Unidade Rio Negro (migmatito. Os afloramentos rochosos (5 % da área são importantes feições da paisagem (principalmente no Granito Teresópolis. As unidades estão sobrepostas por colúvios, colúvios ricos em blocos, elúvio e pouca quantidade de depósitos aluvionares. Os Cambissolos são dominantes, com poucos Latossolos (preferencialmente associados a Unidade Rio Negro e Gleissolos nos vales. Uma coletânea, unificação e análise das relações espaciais dos dados de geologia, solos, declividade, formação superficial, hidrografia, vegetação e uso mapeados pelo projeto Teresópolis (UERJ/IBGE foi elaborada por intermédio do ArcGis Desktop 9.2. Os resultados do SIG apontam que a geologia da bacia condiciona diferentes paisagens. No Granito Teresópolis as classes de maior declividade, os afloramentos rochosos e os colúvios com blocos têm maior significado. As classes Gleissolo e Latossolo adquirem importância significativa na unidade Rio Negro. A investigação por meio de GPR e granulometria de uma sub-bacia identificou padrões geofísicos e granulom

  19. Cobrança pelo uso da água na bacia hidrográfica do Rio Pardo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Cezar Arend

    2007-01-01

    Full Text Available A água é um dos recursos naturais mais importantes para a vida humana. Apesarde ser fundamental nas atividades básicas da população, ainda não é usual parasociedade a valoração econômica. Sendo um bem econômico, portanto, escasso, éimportante mensurar seu valor, a fim de incentivar o uso racional e eficiente, além depermitir a continuidade para as próximas gerações. Com a poluição dos mananciais, ouso inadequado da irrigação, a falta de proteção de nascentes, entre outras ações dohomem, tem afetado a água no seu aspecto qualitativo e quantitativo. A BaciaHidrográfica do Rio Pardo, além de experimentar baixos índices de precipitação em certosperíodos do ano, tem apresentado aumentos progressivos de demanda, principalmentepara uso agrícola. Em conseqüência, a bacia tem apresentado balanço hídrico crítico emcertas épocas do ano. Ademais, o descarte de esgotamentos sanitários sem nenhumtratamento, aliado à disposição não apropriada dos resíduos sólidos industriais, temcausado problema semelhante à qualidade das águas. Se medidas efetivas e preventivasnão forem tomadas, a deterioração na qualidade dos recursos hídricos na bacia do rioPardo pode acarretar um processo de decadência da mesma, com impactos significantessobre a economia da região. O objetivo do artigo é estipular um preço a ser cobrado pelouso dos recursos hídricos na bacia do rio Pardo nas modalidades de uso agrícola,abastecimento doméstico e industrial e diluição de efluentes. A metodologia utilizada eaplicada com os dados estimados para a bacia é a dos preços ótimos, baseadas na teoriado second best e superou a impossibilidade de se obter diretamente a função dedemanda por água em cada uso, garantindo teoricamente uma alocação eficiente entre osmúltiplos usuários. Os resultados demonstram que os preços ótimos estimados para abacia do rio Pardo, com exceção do uso para irrigação, estão dentro da capacidade

  20. VARIAÇÃO ESPACIAL E CONDICIONANTES DO ENTALHAMENTO FLUVIAL NA BACIA DO RIO GRANDE, SUL DE MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Éric Andrade Rezende

    2016-12-01

    Full Text Available O presente trabalho pretende avaliar as variações no aprofundamento da drenagem na alta/média bacia do Rio Grande, sul de Minas Gerais. Para a mensuração do entalhamento fluvial (amplitude altimétrica em cada trecho dos canais fluviais foi utilizada a base ottocodificada em conjunto com o modelo digital de elevação SRTM/Topodata. A distribuição das classes de amplitude mostrou que na maior parte da alta/média bacia do Rio Grande o entalhamento fluvial situa-se entre 40 e 120 m. Valores superiores a 120 m concentram-se principalmente na Serra da Mantiqueira, junto às cabeceiras dos principais rios. O controle litológico sobre a distribuição das classes de amplitude é espacialmente restrito, o que sugere que a tectônica cenozoica é o principal fator controlador da intensidade da incisão fluvial. A boa correspondência entre classes de amplitude e falhas mapeadas indica a atuação de soerguimentos diferenciais entre blocos, com o consequente rebaixamento de níveis de base regionais nos blocos baixos. Esse controle é mais evidente na porção sul da área, com destaque para a zona de cisalhamento de Jesuânia (ENE. Nesse contexto, as áreas mais soerguidas são as porções da Serra da Mantiqueira que reúnem as principais concentrações de amplitudes superiores a 200 m. Mais ao norte merecem destaque as áreas com concentrações anômalas de amplitudes relativamente elevadas ao norte de Três Corações e na média/baixa bacia do Rio Jacaré. No primeiro caso um considerável soerguimento neocenozoico também deve ter ocorrido, enquanto no segundo as amplitudes mais elevadas aparentemente estão relacionadas à retração erosiva de um knickpoint com o consequente rejuvenescimento do relevo. A predominância de amplitudes menores (< 80 m na porção oriental, drenada por afluentes do alto Rio Grande, em relação à porção ocidental (sub-bacia do Rio Sapucaí aparenta estar relacionada à presença de soleiras quartz

  1. FATORES CONTROLADORES DA EVOLUÇÃO DO RELEVO NO FLANCO NNW DO RIFT CONTINENTAL DO SUDESTE DO BRASIL: UMA ANÁLISE BASEADA NA MENSURAÇÃO DOS PROCESSOS DENUDACIONAIS DE LONGO-TERMO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Éric Andrade Rezende

    2013-03-01

    Full Text Available O presente trabalho tem como objetivo estudar os fatores controladores da evolução do relevo de um trecho do interflúvio entre a bacia interiorana do rio Grande, um dos formadores do rio Paraná, e a bacia do rio Paraíba do Sul. Este divisor hidrográfico está contido em uma das porções mais elevadas da Serra da Mantiqueira e coincide com o flanco NNW do Rift Continental do Sudeste do Brasil. Para este estudo foram selecionadas nove sub-bacias localizadas no extremo sul de Minas Gerais, entre os municípios de Itamonte e Bocaina de Minas. Essas sub-bacias tiveram suas taxas denudacionais estimadas pela mensuração da produção do isótopo cosmogênico 10Be em sedimentos fluviais. Os resultados mostram que a taxa média de denudação das sub-bacias do rio Paraíba do Sul, voltadas para o gráben (17,39 m/Ma, é superior a das sub-bacias dos rios Grande e Aiuruoca, voltadas para o interior continental (12,24 m/Ma. Entre os fatores controladores das taxas de denudação, se destaca a boa correlação existente entre as taxas e dois parâmetros morfométricos: amplitude de relevo e declividade média das sub-bacias. A influência da litologia também se mostra importante, já que a resistência dos granitos frente aos processos erosivos é um dos fatores que condiciona taxas denudacionais bastante baixas na área. Os resultados indicam que o granito Maromba é a unidade litológica mais resistente entre aquelas presentes nas sub-bacias amostradas. As baixas taxas mensuradas, referentes às últimas dezenas de milhares de anos, contrastam com o relevo rejuvenescido e com as elevadas altitudes desse setor da Mantiqueira, onde há um reconhecido papel da neotectônica na morfogênese. Deste modo, é provável que tenha havido uma atenuação da atividade tectônica no Quaternário Superior, com a consequente estabilização dos níveis de base e diminuição dos processos denudacionais.

  2. Relação entre variáveis ambientais e a estrutura da comunidade de peixes em córregos das bacias do Rio das Mortes e do rio Xingu – MT, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscylla Rodrigues Matos

    2013-06-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2013v26n3p139 As variáveis ambientais podem determinar e estruturar a composição da fauna de peixes. Estudos que comparem diferenças entre variáveis físicas e químicas da água entre bacias hidrográficas próximas são escassos. Este artigo teve por objetivo verificar quais variáveis limnológicas estão relacionadas à distribuição das espécies de peixes em duas bacias hidrográficas. Para tanto, foram amostrados 20 córregos, divididos entre as bacias do Rio das Mortes e do rio Xingu. Em cada ponto foram medidos um total de 8 variáveis ambientais. Os peixes foram coletados com rede de arrasto. A riqueza total foi de 57 espécies, sendo 29 da bacia do rio Xingu, 35 do Rio das Mortes e 7 espécies comuns a ambas as bacias. As análises demonstraram que os córregos dessas duas bacias têm características limnológicas e fauna distintas. Os córregos da bacia do rio Xingu tiveram menores valores de pH que podem ter sido influenciados pelas elevadas taxas de decomposição orgânica. Os córregos do Rio das Mortes apresentaram valores mais elevados de matéria em suspensão e clorofila, provavelmente ocasionadas pela maior degradação dos córregos e menores níveis de cobertura vegetal.

  3. Geotecnologias como suporte para análise da vegetação natural na sub-bacia hidrográfica do Rio Gavião (1988 a 2015

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Magno Santos Clemente

    2017-06-01

    Full Text Available O histórico de ocupação da sub-bacia do rio Gavião passou por transformações socioeconômicas expressivas nos últimos 30 anos. Desse modo, preocupações com preservação ou recuperação da cobertura vegetal influência, positivamente, na manutenção do ciclo hidrológico da sub-bacia. A presente pesquisa tem como objetivo analisar a modificação da vegetal natural entre os anos de 1988 a 2015 na sub-bacia hidrográfico do rio Gavião (semiárido brasileiro. Foram utilizadas as como suporte técnico o sensoriamento remoto, Processamento Digital de Imagens - PDI e o Sistema de Informações Geográficas - SIG (satélites landsat 5 e landsat 8. Os resultados indicam redução da cobertura vegetal de 751,69 km², entre os anos de 1988 a 2015. Também, manchas de desmatamento em áreas de nascentes, na parte alta da rede de drenagem e no dessegue do canal principal. Assim, a presente pesquisa chama atenção para os efeitos da mudança da vegetação natural para outros usos da terra (solo exposto, plantio, entre outros, a concentração do desmatamento em áreas de fragilidade ambiental.

  4. TendÃncias granulomÃtricas dos sedimentos de fundo no Rio Marrecas, regiÃo Sudoeste do ParanÃ

    OpenAIRE

    Constantino EleuthÃrio da Luz

    2011-01-01

    A presente dissertaÃÃo trata sobre a variaÃÃo longitudinal das caracterÃsticas texturais dos sedimentos de fundo no rio Marrecas, localizado na regiÃo Sudoeste do ParanÃ. A Ãrea da bacia do rio Marrecas possui 865,43 km2 e abarca parte dos municÃpios de Francisco BeltrÃo, Marmeleiro, Flor da Serra do Sul, Verà e Itapejara DâOeste. O total da bacia do rio Marrecas està inserida em terrenos de idade cretÃcea formada por rochas basÃlticas da formaÃÃo Serra Geral que formam planaltos caracterizad...

  5. Instrumentos econômicos aplicados à gestão participativa dos recursos hídricos: modelos para pagamento por serviços ambientais do Brasil aplicados à região da bacia hidrográfica do Rio Macaé, RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Nunes Cristo Torres

    2013-07-01

    Full Text Available O presente artigo faz uma breve análise da evolução no Brasil do Pagamento por Serviços e sua utilização no processo de Gestão nos Comitês de Bacias Hidrográficas e também uma análise comparativa com outros países e seus processos de implantação do PSA. O objetivo do artigo é apontar a importância da participação da população no processo de construção do CBH Macaé e Ostras na gestão de dos recursos hídricos e na possibilidade do recebimento de pagamentos pela produção de recursos hídricos como ocorre na bacia hidrográfica do rio Atibaia em Extrema. Outra questão que o artigo aponta é a relação dos CBH do Macaé e das Ostras e a importância da relação com o Conselho Gestor da APA do Macaé de Cima como reforço das Políticas de Participação da Comunidade local e focando nas Políticas de Enquadramento das sub-bacias da Região Serrana em questão. Existe um processo de ampliação do processo de participação nos Comitês de Bacia Hidrográfica.

  6. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE SANITÁRIA DA ÁGUA NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO ALMADA – BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Barreto Franco

    2015-07-01

    Full Text Available A qualidade das águas superficiais pode refletir deficiências no saneamento básico de sua bacia de drenagem, bem como impactos resultantes da dinâmica de ocupação do solo e das atividades econômicas ali desenvolvidas. O objetivo desse trabalho foi avaliar a qualidade sanitária da água superficial na bacia hidrográfica do rio Almada, relacionando os resultados ao uso e ocupação do solo. Para tal, foram quantificados os parâmetros coliformes totais e Escherichia coli em amostras de água coletadas em doze pontos de amostragem da bacia, durante cinco campanhas realizadas em 2009 e 2010. Grande parte dos pontos apresentou resultados fora dos padrões estabelecidos pela Resolução CONAMA 357/05, referente a classe 2 para água doce, destacando-se os resultados obtidos nos trechos à jusante de centros urbanos. Os resultados demonstram a necessidade da melhoria da infraestrutura de saneamento e de um planejamento agroambiental nos municípios da bacia.

  7. Gestão, governança e uso das águas no Brasil e em Singapura: um estudo dos casos da ilha principal de Singapura e das bacias hidrográficas dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, SP/MG

    OpenAIRE

    Mario Masaru Sakaguti Junior

    2016-01-01

    Singapura e as bacias hidrográficas dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ), Brasil, possuem como características comuns populações de cerca de 5,5 milhões de pessoas, altos índices de urbanização e industrialização e situações críticas de disponibilidade hídrica. O objetivo geral desta pesquisa é investigar e comparar a gestão, a governança e o uso das águas na ilha principal de Singapura e nas Bacias PCJ, a partir de dados obtidos por meio de trabalhos de campo, pesquisas bibliográfic...

  8. Aspectos climáticos da bacia hidrográfica do rio Preto – MG/RJ, Brasil, influência dos fatores geográficos na formação desse clima regional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daiane Oliveira

    2017-06-01

    Full Text Available Quando em 1979 Edmon Nimer lança seu livro “Climatologia do Brasil”, um aparato para inúmeros trabalhos é lançado, dado que neste um catálogo com os principais tipos climáticos do país é apresentado. Posteriormente, novos autores e metodologias foram sendo adotadas, e o (reconhecimento de climas cada vez mais específicos vai acontecendo. È partindo deste contexto e aproveitando dos SIG’s para aquisição e manuseio dos dados, que a proposta deste estudo foi realizar um levantamento da climatologia da bacia hidrográfica do rio Preto – MG/RJ, através da relação da influência dos fatores geográficos na formação desse clima regional. Foram construídos mapas e produtos cartográficos. E como resultado constatou-se que a bacia se localiza em uma área de transição climática, havendo uma intrínseca relação entre o tempo e o ambiente.

  9. Análise geoquímica-ambiental dos solos de veredas da Bacia do Rio do Formoso, município de Buritizeiro, Minas Gerais, Brasil

    OpenAIRE

    Priscilla Palmeiras de Freitas

    2010-01-01

    A Bacia do Rio do Formoso, importante tributário do Rio São Francisco. no norte do estado de Minas Gerais, está posicionada na porção sudoeste do município de Buritizeiro, drenando uma área de aproximadamente 826 km2. Inserida no Bioma Cerrado, esta bacia possui inúmeras veredas que são um tipo de ecossistema, que se desenvolve sob condições definidas de umidade em regiões deste bioma, sendo identificadas, em geral, como cabeceiras ou nascentes de rios. As veredas, áreas úmidas do Cerrado, so...

  10. Análise da Fragilidade e Vulnerabilidade Natural dos Terrenos aos Processos Erosivos como Base para o Ordenamento Territorial: o Caso das Bacias do Córrego Carioca, Córrego do Bação e Ribeirão Carioca na Região do Alto Rio das Velhas-MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clibson Alves dos Santos

    2008-10-01

    Full Text Available As bacias do Córrego Carioca, do Córrego do Bação e do Ribeirão do Carioca fazem parte da bacia do rio Itabirito, tributário no alto rio das Velhas, afluente do Rio São Francisco. Essa região é marcada por intensos processos erosivos, decorrentes do uso inadequado dos solos. Sendo evidenciados diversos conflitos de uso dos terrenos e recursos hídricos, devido ao desenvolvimento da atividade minerária, das atividades industriais, das práticas agropastoris, da crescente ocupação urbana e da expansão imobiliária por condomínios residenciais de classe alta. Nesse trabalho, analisou-se a susceptibilidade natural dos terrenos aos processos erosivos, tendo como base as unidades geomorfológicas definidas por Santoset al. (2006 e os métodos propostos por Crepani et al. (1996; 2001 e Ross (1992; 1994; 2000, visando contribuir no processo de planejamento ambiental e ordenamento territorial dessa região. Os resultados hierarquizam a área segundo o grau de fragilidade e vulnerabilidade aos processos erosivos, que associadas às análises realizadas no presente estudo, constituem-se em ferramentas orientativas no processo de ordenamento territorial das bacias hidrográficas estudadas.

  11. GEOCRONOLOGIA DE TERRAÇOS FLUVIAIS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CORUMBATAÍ-SP A PARTIR DE LUMINESCÊNCIA OPTICAMENTE ESTIMULADA (LOE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renê Lepiani Dias

    2015-06-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho constitui-se na análise geocronológica em terraços fluviais, tendo como área de estudo o alto curso da bacia hidrográfica do rio Corumbataí. Para atingir este objetivo foram identificados e selecionados alto e baixos terraços, onde foram coletadas amostras dos materiais de recobrimento das coberturas superficiais, material de origem dos solos, para realização de análises laboratoriais. Resultados obtidos a partir da análise granulométrica foram interpretados por meio do diagrama textural, que permitiu a classificação textural dos sedimentos, fornecendo subsídios para determinação do ambiente deposicional. Foram realizadas datações absolutas por meio de Luminescência Opticamente Estimulada (LOE, onde foi possível determinar o momento da deposição do material, fornecendo dados para interpretação da evolução dos terraços fluviais. Os resultados permitiram relacionar a ocorrência dos mesmos com oscilações climáticas ocorridas durante o Holoceno. Períodos mais secos ocorridos há aproximadamente 5.500 anos A.P., 2.500 anos A.P. e 1.100 anos A.P. definiram os níveis de alto e baixos terraços. Em fase climática úmida houve entalhamento da rede de drenagem para o nível atual, possibilitando a deposição de aluviões recentes há aproximadamente 200 anos A.P. Concluiu-se que os resultados foram fundamentais no auxílio da caracterização paleoclimática e evolutiva da bacia hidrográfica do rio Corumbataí, na Depressão Periférica Paulista durante Holoceno

  12. Compartimentação geomorfológica da bacia hidrográfica do rio Itu – Oeste do Rio Grande do Sul - Brasil / Geomorphological Compartmentation the Itu River Basin – West of Rio Grande do Sul - Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Romario Trentin, ,

    2012-04-01

    Full Text Available A geomorfologia utiliza a identificação das formas de relevo, por meio de estudo de sua origem, estrutura, natureza das rochas, clima e dos fatores endógenos e exógenos responsáveis pelo modelado ou formação de determinados elementos da superfície terrestre. Neste sentido, estabeleceu-se uma proposta de compartimentação geomorfológica da bacia hidrográfica do Rio Itu. Como base metodológica do trabalho, utilizou-se a proposta de Ross (1990, 1992, os mapas e as discussões apresentadas por Robaina et. al (2010 no estudo da bacia hidrográfica do Rio Ibicui. No levantamento cartográfico, adotaram-se cartas topográficas 1:50.000, imagens de satélite e trabalhos de campo. Foram determinados os atributos da rede de drenagem, as características do relevo, o substrato geológico e os tipos de solos. A integração dos dados e a compilação dos mapas permitiram a definição dos diferentes níveis taxonômicos. Nos três primeiros níveis de compartimentação, utilizou-se, como base, a bacia hidrográfica do Rio Ibicuí. A partir do quarto nível taxonômico, estabeleceram-se as unidades geomorfológicas especificamente para a bacia hidrográfica do Rio Itu (BHRI, onde foram definidas oito unidades de formas de relevo: Colinas de arenito, Morrotes de arenito, Cornijas de arenito, Rampa alúvio colúvio, Colinas vulcânicas de topo plano, Relevo escarpado, Morrotes de rocha vulcânica e Colinas de rocha vulcânica. No quinto e sexto níveis, são apresentadas as formas das vertentes e as feições características das unidades de relevo, sendo mais frequentes as curvaturas retilíneo-convergentes e as feições de areias e voçorocas. A análise geomorfológica apresenta elementos fundamentais ao gerenciamento do meio e, portanto, é uma ferramenta indispensável ao planejamento ambiental.

  13. ANÁLISE DA PAISAGEM DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO ALMADA (BA COM BASE NA FRAGMENTAÇÃO DA VEGETAÇÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Eugênia Bruck de Moraes

    2012-04-01

    Full Text Available O estudo da fragmentação da paisagem em uma bacia é de extrema importância por avaliar o status de conservação da vegetação, um recurso essencial para a manutenção da qualidade da água. O presente trabalho apresenta uma análise da fragmentação da paisagem na Bacia Hidrográfica do Rio Almada, localizada no sul da Bahia, abrangendo 9 municípios parcialmente abastecidos pela água desta bacia. Foi realizado o mapeamento dos fragmentos florestais que apresentaram área mínima de 3ha, com base na interpretação da Carta de Uso e Cobertura do Solo elaborada através da classificação supervisionada de imagens Landsat. Para a análise dos fragmentos foram adotadas 5 métricas da paisagem: tamanho, formato, efeito de borda, isolamento e conectividade. Os resultados obtidos demonstram que a BHRA ainda abriga fragmentos bastante representativos, visto que dos 58 fragmentos identificados, 8 têm área acima de 300ha, 20 entre 100 e 300ha, 21 entre 30 e 100ha e 9 entre 3 e 30ha. Com relação ao formato dos fragmentos, constatou-se que apenas 10% dos mesmos apresentam forma circular, indicando que os 90% restantes encontram-se susceptíveis ao efeito de borda, sendo que os mais alongados estão localizados no interior da bacia, provavelmente em função do avanço da pecuária extensiva nessa direção. E quanto ao isolamento dos fragmentos, a análise da conectividade com borda expandida, através de simulações, permitiu identificar que a partir da distância de 200m, 31 dos fragmentos poderiam ser conectados. Assim, pôde-se concluir que o somatório destes fragmentos, caso fossem devidamente conectados, representaria uma área de significativo valor para a conservação de espécies típicas da mata atlântica e, consequentemente, para a manutenção da qualidade da água desta bacia.

  14. Resíduos de pesticidas em sedimento de fundo de rio na Bacia Hidrográfica do Rio Cuiabá, Mato Grosso, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Possavatz

    2014-01-01

    Full Text Available O rio Cuiabá é um importante tributário do rio Paraguai, cuja bacia é de grande importância por agasalhar o Pantanal, a maior área úmida do planeta. A base econômica da bacia hidrográfica do rio Cuiabá é a produção agrícola e pecuária que, para manter elevada produtividade, requer grandes quantidades de insumos agrícolas como os pesticidas que, podem atingir diversos ambientes devido aos processos de dispersão que ocorrem após sua introdução no ambiente. Os sedimentos desempenham importante papel para a caracterização da poluição de rios devido a seu potencial de acumulação de poluentes. Este estudo objetivou avaliar a contaminação por pesticidas usados nas lavouras plantadas na bacia do rio Cuiabá, MT. Para tanto, amostras de sedimento de fundo foram coletadas mensalmente de agosto de 2011 a julho de 2012. Para a determinação dos pesticidas atrazina, cipermetrina, clorpirifós, endossulfam (α, β e seu metabólito endossulfam sulfato, lambda-cialotrina, malationa, metolacloro, metribuzim, parationa metílica, permetrina e trifuralina no sedimento utilizou-se método multirresíduo que consiste na extração sólido-líquido por agitação mecânica seguida de purificação por extração líquido-líquido e identificação e quantificação por cromatografia a gás acoplada a espectrometria de massas. Resíduos de pesticidas foram identificados em amostras coletadas em agosto e setembro de 2011 e janeiro, fevereiro, abril e julho de 2012, em concentrações variando de 5,7 a 79,3 µg kg-1 . Embora a frequência de detecção tenha sido baixa, esses resultados indicam que há potencial de transporte de pesticidas usados na bacia do rio Cuiabá e seus tributários atingindo o Pantanal.

  15. Caracterização fisiográfica da bacia hidrográfica do Alto Rio Jamanxim, Pará, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Getulio Teixeira Batista

    2007-06-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou delimitar, codificar e caracterizar as sub-bacias formadoras da bacia hidrográfica do Alto Rio Jamanxim, assim como, quantificar as áreas desflorestadas e a extensão da malha viária em sua área de drenagem, para os anos de 1999 e 2005. Para o desenvolvimento do trabalho foram utilizados dados referentes às “ottobacias”, hidrografia, rodovias, modelo digital de elevação (MDE e quatro imagens do sensor Tematic Mapper do satélite Landsat-5 (TM/Landsat-5 dos anos de 1999 e 2005. Com base em um modelo hidrológico gerado a partir do Modelo Digital de Elevação (MDE da bacia, na escala de 1:250.000, foi delimitada sua área de drenagem, bem como calculados seus parâmetros hidrológicos. Como resultado foram delimitadas e caracterizadas nove ottobacias na área de estudo, codificadas até o nível 5 (44291 a 44299. Em relação às atividades antrópicas na área da bacia foram identificadas as áreas desflorestadas até os anos de 1999 (635km2, correspondentes a 11% da área da bacia e de 2005 (1.257km2 representando cerca de 21% da área total da bacia. Houve um incremento de desflorestamentos, entre as duas datas investigadas, de 622km2, ou seja, 98 % de aumento. Quanto à malha viária, foi mapeada uma extensão total de 1.685km até 1999 e de 3.638km até julho de 2005, o que representou um incremento de 116% na extensão das estradas abertas no período de 6 anos.

  16. CARACTERIZAÇÃO DA REDE DE DRENAGEM DA BACIA DO MÉDIO E BAIXO RIO MADEIRA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ericson Hideki Hayakawa

    2013-09-01

    Full Text Available A caracterização da rede de drenagem atual utilizando variáveis como propriedade, padrão e morfologia, auxilia na identificação dos fatores que controlaram seu desenvolvimento na paisagem. A disponibilidade de diferentes produtos e técnicas de sensoriamento remoto potencializa estudos desse escopo, principalmente em áreas como a região amazônica, onde a obtenção de dados em campo é dificultada pela fisiografia. Este trabalho apresenta a caracterização do sistema de drenagem atual da média e baixa bacia do rio Madeira a partir de dados de sensoriamento remoto, com o intuito de verificar o registro de influência tectônica no seu desenvolvimento, especialmente em áreas de cobertura sedimentar terciária e quaternária. A integração de diferentes produtos e técnicas de sensoriamento remoto foi eficiente na caracterização da rede de drenagem atual da área de estudo. Os resultados indicam padrão de drenagem predominantemente subdendrítico-subtreliça (39.6%, seguido dos padrões subdendrítico (23.5% e treliça-subtreliça (13.8%. Grande parte das bacias que constituem a área de estudo apresenta bacias de drenagem assimétricas. Anomalias de drenagem são abundantes, sendo exemplificados pelo alinhamento de rias, rios com segmentos retilíneos alternados com segmentos fortemente meandrantes, mudanças abruptas e ortogonais de cursos e meandramento isolado. O rio Madeira apresenta segmentos retilíneos de até 35 km de extensão. A densidade de drenagem e de lineamentos morfoestruturais é menor em área de sedimentação quaternária do que em áreas do embasamento cristalino. O direcionamento dos lineamentos morfoestruturais revela comportamento similar em toda a área de estudo e independente da cobertura geológica, sendo modas direcionais para E-W, NE-SW e NW-SE as mais comuns. Os resultados sugerem que as bacias de drenagem do médio e baixo rio Madeira são controladas por estruturas tectônicas. A integração com os

  17. Modelagem hidrológica na bacia hidrográfica do Rio Aiuruoca, MG Hydrologic modeling in the Aiuruoca river basin, Minas Gerais State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo R. Viola

    2009-10-01

    Full Text Available A simulação do comportamento hidrológico de bacias hidrográficas consiste em uma das principais ferramentas na gestão dos recursos hídricos, devido à possibilidade de predição do regime fluvial. A bacia em estudo está localizada na região Alto Rio Grande, Sul de Minas Gerais, com área de drenagem de 2.094 km², constituindo uma das bacias fundamentais de drenagem para o reservatório da Usina Hidrelétrica de Camargos (UHE - Camargos/CEMIG. Neste contexto se objetivou desenvolver e aplicar um modelo hidrológico semi-conceitual, na forma semi-distribuída, para simular o comportamento hidrológico da bacia do Rio Aiuruoca, com apoio dos SIGs e sensoriamento remoto, disponibilizando uma ferramenta útil para o gerenciamento e planejamento dos recursos hídricos na região. Os resultados do coeficiente estatístico de Nash-Sutcliffe (CNS foram de 0,87 e 0,92 para as etapas de calibração e verificação, respectivamente, o que, de acordo com a classificação proposta para modelos hidrológicos de simulação, permite qualificá-lo para simulação do comportamento hidrológico na bacia hidrográfica do Rio Aiuruoca.The hydrological simulation of watersheds is one of the most important tools for water resources management due to the possibility of flow regime prediction. The Aiuruoca river basin is located in the Alto Rio Grande Basin, southern Minas Gerais State, with 2,094 km² of drainage area, and is very important drainage basin into the Camargos Hydropower Plant Reservoir (UHE - Camargos/CEMIG. In this context, this work had the objective of developing and applying a semi-conceptual hydrologic model, in semi-distributed approach, for hydrologic simulation in the Aiuruoca river basin, based on GIS and Remote Sensing tools, thus creating an important tool for management and planning of water resources in the region. The Nash-Sutcliffe coefficients (CNS, respectively, for calibration and validation periods, were 0.87 and 0

  18. ASSOREAMENTO DE LAGO NA SUB-BACIA DO CÓRREGO DA CASCATA, EM BOTUCATU (SP: IMPLICAÇÕES MORFOMÉTRICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivalde Belluta

    2014-07-01

    Full Text Available A bacia hidrográfica é considerada uma unidade de estudo, planejamento e gerenciamento territorial para a conservação dos recursos naturais, moldada pelas condições geológicas e climáticas locais. Assim, este estudo teve por objetivo avaliar as características morfométricas da sub-bacia do Córrego da Cascata, em Botucatu (SP, e suas implicações no processo de assoreamento de um lago integrante dessa sub-bacia. A avaliação contou com índices gerados a partir de dados calculados com base cartográfica digitalizada e georreferenciada na escala 1:10.000, com utilização do AutoCAD Map 2004. Foi também utilizado o software Quantum GIS 1.8, para gerar o modelo digital de elevação (MDE e o mapa de declividades que permitiu obter a declividade média (Dm da sub-bacia. Através dos índices fator de forma (Kf, sinuosidade (Is, circularidade (Ic e coeficiente de compacidade (Kc, a sub-bacia do Córrego da Cascata apresentou forma alongada, com baixa propensão a enchentes e com escoamento rápido. Os índices densidade de drenagem (Dd e relação de relevo (Rr indicaram drenagem média e mais eficiente, o que favorece a elevada dissecação e o médio estágio erosivo. O índice coeficiente de rugosidade (Cr indicou que se trata de uma sub-bacia vocacionada à agricultura. A intervenção antrópica na linha do divisor de águas observada in loco é o principal fator do carreamento de sedimentos no lago e não apenas compromete a beleza paisagística do local como altera a vida aquática do ecossistema.

  19. Efeitos de cenários de uso do solo sobre o regime hidríco e produção de sedimentos na bacia do Ribeirão Concórdia - SC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauricio Perazzoli

    2013-10-01

    Full Text Available O uso inadequado dos solos agrícolas vem causando a perda gradual da sua capacidade produtiva e a degradação dos recursos hídricos por sedimentos e poluentes. O uso do solo pode afetar os processos hidrológicos e a erosão do solo na bacia. O objetivo do trabalho foi simular diferentes cenários de uso do solo para a bacia hidrográfica do ribeirão Concórdia, utilizando o modelo SWAT, e analisar os efeitos dessas mudanças no fluxo de água e de sedimentos. Os cenários gerados foram agricultura, mata nativa e pastagem. A bacia está localizada no sul do Brasil e possui uma área de drenagem de 30,74 km². Na etapa de calibração, obteve-se coeficente de eficiência Nash-Sutcliffe mensais de 0,82 para escoamento e 0,83 para sedimento. O cenário mata nativa apresentou o maior decréscimo na vazão média, em relação ao cenário atual, cerca de 8,70%. O cenário agricultura produziu a maior taxa de produção de sedimentos, aproximadamente 3 vezes maior que o cenário atual.Observou-se que alterações no uso do solo impactam o regime e a disponibilidade hídrica da bacia.

  20. Modelagem da qualidade da água na bacia hidrográfica do Rio Piracicaba (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maytê Maria Abreu Pires de Melo Silva

    Full Text Available RESUMO Este trabalho tem como objetivo aplicar um modelo de qualidade da água, o Sistema de Apoio à Decisão/Instituto de Pesquisas Hidráulicas (SAD-IPH, na bacia hidrográfica do Rio Piracicaba. Os parâmetros de qualidade modelados foram a demanda bioquímica de oxigênio (DBO, oxigênio dissolvido (OD, fósforo total, nitrogênio e coliformes termotolerantes. Os dados de vazão foram obtidos através da aplicação do modelo hidrológico Modelo de Grandes Bacias/IPH (MGB-IPH. O modelo de qualidade foi calibrado utilizando dados dos postos de monitoramento da qualidade da água do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM. As curvas de DBO, OD e fósforo total apresentaram boa aderência aos dados das campanhas de monitoramento. Os parâmetros nitrogênio (orgânico, amoniacal, nitrito, nitrato e coliformes termotolerantes foram subestimados pelo modelo. A maioria dos cursos d’água apresentam a qualidade de suas águas compatíveis com a classe 4 de enquadramento, entretanto as concentrações poluentes atuais estão acima do esperado para a referida bacia, já que o seu enquadramento atual é classe 2.

  1. Índice de qualidade do solo associado à recarga de água subterrânea (IQS RA na Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Cristina Alvarenga

    2012-11-01

    Full Text Available A proposição de índices de qualidade do solo tem crescido de forma considerável nos últimos anos para análises de sustentabilidade ambiental e da produção agrícola. No entanto, não há, nas condições brasileiras, o desenvolvimento de qualquer indicador de qualidade do solo vinculado à recarga de água subterrânea. O objetivo deste estudo foi gerar um índice de qualidade do solo, relacionado à recarga de água subterrânea (IQS RA, válido para as condições da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande e proceder a seu mapeamento por meio de técnicas geoestatísticas. O IQS RA proposto é uma combinação linear de três indicadores relacionados à infiltração de água no solo: densidade do solo, condutividade hidráulica saturada e macroporosidade. Para sua validação, foi considerada a participação do deflúvio base (ou subterrâneo no deflúvio total para quatro sub-bacias da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande, analisando o comportamento desses indicadores hidrológicos tendo-se como referência a distribuição espacial do IQS RA. O índice gerado mostrou-se uma ferramenta importante para avaliação do potencial do solo para recarga de água subterrânea, uma vez que ele reflete a influência dos usos da terra no comportamento do deflúvio base e, consequentemente, na dinâmica da produção de água pelas sub-bacias.

  2. Degradacao do meio fisico e implicacoes na bacia do rio Jaguaribe- Joao Pessoa-PB

    OpenAIRE

    Borges de Oliveira, Francisco

    2001-01-01

    Este trabalho trata dos principais problemas ambientais da Bacia Hidrográfica do Rio Jaguaribe, João Pessoa - PB, decorrentes do modelo de ocupação e uso do solo, onde várias atividades entram em conflito com a função urbana da área. A população, das moradias de baixo padrão, formada por aglomerados subnormais (favelas) vivem em estado de extrema pobreza, apresentando alta densidade demográfica; o que juntamente com outros fatores (declividade elevada das encostas e altos ín...

  3. Análise do sistema de gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde nos municípios da bacia hidrográfica do Rio dos Sinos, Rio Grande do Sul, Brasil Analysis of the management system of the healthcare waste in municipalities of Rio dos Sinos hydrographic basin, Rio Grande do Sul, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Paulo Gomes

    2012-12-01

    Full Text Available Nesta pesquisa focou-se o gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde (RSS e especificamente aqueles do tipo perfurocortantes. Foram analisadas as formas atuais de gestão implementadas na bacia hidrográfica do Rio dos Sinos (BHRS, a partir da aplicação de questionários nos estabelecimentos de saúde geradores de RSS. Os resultados indicam que 48,6% dos estabelecimentos de saúde atendem corretamente à legislação específica brasileira, verificando ainda uma melhor gestão para os estabelecimentos privados. Os estabelecimentos de saúde do tipo "laboratórios, bancos de sangue e farmácias" instalados nos municípios com mais de 20.000 habitantes e área municipal na BHRS dentro da faixa de 80 a 100% em relação à área total municipal apresentaram os piores resultados em termos de gestão de RSS. O grupo de atividades de serviços de saúde com o maior número de estabelecimentos na BHRS - "consultórios/clínicas de odontologia, clínicas veterinárias, drogarias e unidade móvel" - indicou um dos menores índices de conhecimento das exigências legais específicas relativas ao tema estudado.This research focused on the management of healthcare waste, specifically about the sharps types. The current ways of management in the Rio dos Sinos basin (BHRS were analyzed with the use of questionnaires in health establishments generators of healthcare waste. The results indicate that 48.6% of health facilities comply with the specific legislation in Brazil, also indicating a better management coming from private institutions. Health facilities of the type "labs, blood banks and pharmacies" installed in municipalities with over 20,000 inhabitants and municipal area in BHRS within the range of 80 to 100% relative to the total municipal area had the worst results in terms of healthcare waste management. The group activities of healthcare services with the highest number of establishments in BHRS - "dental offices/clinics, veterinary

  4. Unidades geomorfológicas e processos erosivos na bacia do rio Keller-PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Myriam da Silveira Reis Nakashima

    2000-05-01

    Full Text Available O trabalho em pauta baseia-se na análise da Carta Geomorfológica e dos Processos Erosivos da Bacia do Rio Keller-PR Escala: 1:50.000 (Reis Nakashima, 1999. A metodologia utilizada está centrada na análise integrada da paisagem, baseada na inter-relação entre os diversos componentes constatados nas fotografias aéreas, 1: 25.000, imagens de satélite, 1: 100.000, cartas topográfica e temáticas e nos trabalhos de campo. Desta forma, obteve-se a legenda integrada da carta geomorfológica da área pesquisada (Tabela 1. O tratamento metodológico utilizado possibilitou a subdivisão da Bacia do Rio Keller em quatro unidades geomorfológicas, caracterizadas pela correlação entre as referidas unidades e as formas de relevo com os dados morfométricos, litológicos, pedológicos, de uso da terra/vegetação. Paralelamente, elaborou-se a Carta das Formas Associadas aos Processos Erosivos Atuais (Reis Nakashima, op. cit, para correlacioná-la com os resultados obtidos na Carta Geomorfológica. Esta linha de abordagem possibilita subsidiar as pesquisas pedológico-geomorfológicas, voltadas para estudos do meio ambiente e da fragilidade ambiental

  5. Eventos extremos e risco de inundação: uma análise do comportamento evolutivo dos Distúrbios Ondulatórios de Leste em junho de 2010 sobre a bacia do rio Una - Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Keyla Manuela Alencar da Silva Alves

    2013-12-01

    Full Text Available Os Distúrbios Ondulatórios de Leste (DOL’s são perturbações dos ventos alísios que, no Nordeste do Brasil, geralmente se associam a eventos extremos de precipitação. Este trabalho analisa o comportamento evolutivo de um DOL que atingiu o Estado de Pernambuco em junho de 2010, provocando inundações e grandes prejuízos humanos e econômicos. O recorte escolhido para análise foi a bacia hidrográfica do rio Una, que teve 11 municípios afetados. A análise do evento baseou-se na interpretação de imagens GOES-12 realçadas e TRMM. Constatou-se que a análise de imagens GOES-12 isoladas não produz uma resposta eficaz, no entanto, quando associada a mais informações, chega a uma resposta concisa e de extrema importância para os estudos relacionados a eventos climáticos. Para avaliação da vulnerabilidade à inundação das diversas sedes municipais da bacia do Una, utilizou-se um estimador de densidade Kernel baseado nos valores de magnitude da rede de drenagem. Os resultados indicaram que mesmo áreas naturalmente menos vulneráveis podem ser seriamente afetadas em função do montante precipitado.

  6. Uso da terra e perda de solo na Bacia Hidrográfica do Rio Colônia, Bahia Land use and soil loss in the Colônia River Watershed, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius de A. Silva

    2011-03-01

    Full Text Available Mudanças no uso da terra muitas vezes potencializam a erosão hídrica acarretando perda de água, solo, nutriente e matéria orgânica dos sistemas agrícolas, razão por que se estimou a perda de solo na bacia hidrográfica do rio Colônia, na Bahia, nos últimos vinte e sete anos, utilizando-se o software SWAT (Soil and Water Assessment Tool. Para tal, procedeu-se à digitalização de mapas temáticos, interpretação de fotografias aéreas de 1975; classificação supervisionada de imagens de satélites de 2002 e produção de mapas de uso da terra. O SWAT foi utilizado na obtenção de mapas temáticos digitais por sub-bacia hidrográfica do rio Colônia, quantificação das perdas de solo em cada sub-bacia e nas formas de usos obtidos por conceito teórico, simulando as inclusões de áreas de preservação permanente, bem como mata em toda a superfície das sub-bacias. Estima-se que, entre 1975 e 2002, a média de perda de solo na bacia hidrográfica do rio Colônia foi de 47 t ha-1 ano-1 e em 2002 a estimativa de perda de solo foi de 46,64 t ha-1 ano-1. Na simulação de um cenário teórico de área de preservação permanente (APP e mata, ocorreu diminuição da média da perda de solo em toda a bacia hidrográfica do rio Colônia de, respectivamente, 9,09 t ha-1 ano-1 e 20,91 t ha-1 ano-1.Land use changes most of the time increases the hydric erosion leading to loss of water, nutrients and organic matter in agricultural systems. Thus, aiming to estimate the soil loss in the watershed of Colonia River, in Bahia, in the last twenty-seven years, the software SWAT (Soil and Water Assessment Tool was used. For the purpose, a digitalization thematic map (Arc View, interpretation of aerial photographs from 1975, supervised classification of 2002 satellite images and a land use map generation were developed. The SWAT software was used for obtaining a digital thematic map for every sub-basin of Colonia River Watershed, soil loss

  7. POTENCIAL DE USO AGRÍCOLA E LEGISLAÇÃO AMBIENTAL VOLTADOS AO PLANEJAMENTO NA BACIA DO RIO PEQUENO-PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Regina Gomes de Jesus SOARES

    2011-04-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo elaborar para a bacia do Rio Pequeno, situada no município de São José dos Pinhais - PR, subsídios às diretrizes básicas de ação ambiental sustentável. O estudo foi baseado em análises das condições de uso atual em contraste com as características naturais do meio físico e do cruzamento desses dados com as limitações impostas pela legislação ambiental e, que associados às geotecnologias, proporcionaram como resultados a elaboração das cartas de Aptidão Agrícola das Terras e Conflitos do Uso e Ocupação Atual. Verificou-se que é necessário recuperar 41% da área para atender a legislação ambiental, 59% da área foi classificada como apta para a agricultura, devendo ocorrer preservação em 36% da área e, o uso adequado do solo obteve 59% de representatividade.

  8. FATORES CONDICIONANTES DA CONFIGURAÇÃO DE FUNDOS DE VALE COLMATADOS NA BACIA DO ALTO-MÉDIO RIO POMBA, LESTE DE MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Augusta Faria de Oliveira

    2014-12-01

    Full Text Available A adoção das formações aluviais na reconstituição de eventos geomorfológicos é uma ferramenta metodológica importante para a compreensão dos processos de esculturação dos vales fluviais, da configuração espaço-temporal da rede hidrográfica e, consequentemente, da configuração do modelado do relevo no Quaternário tardio. Este trabalho investiga hipóteses sobre os fatores condicionantes que levaram à configuração de expressivos fundos de vale colmatados na bacia do Alto-Médio Rio Pomba, região leste de Minas Gerais. Os fundos de vale apresentam espessos níveis de terraços nos quais as planícies, por vezes com amplitudes anômalas, encontram-se embutidas ou encaixadas. O quadro geológico e geomorfológico regional, as idades obtidas via método de Luminescência Opticamente Estimulada (LOE para os sedimentos e a disposição de trechos de corredeira no médio Rio Pomba sugerem que a gênese dos depósitos fluviais esteve condicionada por uma tectônica diferencial de blocos durante o Quaternário tardio. A morfologia das planícies se deve à combinação de fatores antrópicos e tectônicos, além de ser influenciada pela morfologia da bacia do Rio Pomba. A datação dos depósitos aluviais via LOE se mostrou útil e adequada para mensurar a idade de episódios recentes de deposição aluvial.Palavras-chave: Dinâmica fluvial quaternária, vales colmatados, Luminescência Opticamente Estimulada (LOE.

  9. Potencial de erosão da bacia do Rio Uberaba Potential of erosion in Uberaba River watershed

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato F. do Valle Júnior

    2010-10-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo identificar qualitativamente as áreas suscetíveis à erosão laminar na bacia do Rio Uberaba, localizada em Uberaba -MG, apoiado no modelo matemático da Equação Universal de Perda de Solo (EUPS. Foram utilizadas cartas de: solos, uso e ocupação das terras, redes de drenagem, declividade e dados pluviográficos, utilizando-se de um Sistema de Informação Geográfica (SIG -IDRISI. A espacialização do potencial de erosão só foi possível a partir da estimativa da tolerância às perdas laminares para cada tipo de solo da bacia, e da profundidade dos solos, por entender que as perdas são mais significativas em solos mais rasos do que em solos muito profundos. Na análise dos resultados, verificou-se que 37% da área total da bacia do Rio Uberaba (905,24 km² sofrem perdas de solos acima do limite de tolerância, sendo 12% em solos profundos e 25% em muito profundos, e a espacialização deste evento favorece a adoção de ações efetivas quanto à conservação dos solos da bacia.This work aimed to identify qualitatively the areas susceptive to laminar erosion in Uberaba river watershed, located in Uberaba-MG, Brazil, based on the mathematical model of the Universal Soil Loss Equation (USLE. The following maps had been used: soil, land use, drainage net, slope and rainfall data, using a Geographic Information System (GIS - IDRISI to analyze and manage the data that are linked to the location. The spatiality of the potential of erosion was possible from the estimative of the tolerance to laminar losses for each kind of soil in the watershed and soil depth, to understand that the losses are more significant in flatter soil than in very deep ones. In the analysis of the results, it was verified that 37% of the total area of the watershed of the Uberaba river (905,24 km² showed losses above the tolerance limit, being 12% in deep soil and 25% in very deeply ones, and the spatiality of this event, regards to

  10. GEOCRONOLOGIA DE TERRAÇOS FLUVIAIS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CORUMBATAÍ-SP A PARTIR DE LUMINESCÊNCIA OPTICAMENTE ESTIMULADA (LOE)

    OpenAIRE

    Renê Lepiani Dias; Archimedes Perez Filho

    2015-01-01

    O objetivo do presente trabalho constitui-se na análise geocronológica em terraços fluviais, tendo como área de estudo o alto curso da bacia hidrográfica do rio Corumbataí. Para atingir este objetivo foram identificados e selecionados alto e baixos terraços, onde foram coletadas amostras dos materiais de recobrimento das coberturas superficiais, material de origem dos solos, para realização de análises laboratoriais. Resultados obtidos a partir da análise granulométrica foram interpretados po...

  11. Distribuição espacial da erosão potencial e atual do solo na Bacia Hidrográfica do Rio Sapucaí, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matheus Fonseca Durães

    Full Text Available RESUMO Este estudo avalia a distribuição espacial do potencial natural e atual do solo à erosão hídrica na Bacia do Rio Sapucaí, sul de Minas Gerais, utilizando a equação universal de perda de solos revisada, através de modelagem cartográfica, para a obtenção da erosão potencial (EP e da erosão atual (EA. Os resultados indicaram que a EP para a Bacia do Rio Sapucaí variou de "Muito forte", na sua região de cabeceira (Serra da Mantiqueira, a "Fraca", nas áreas com topografia mais suavizada e menor erosividade da chuva. Em relação à EA, mais de 55,17 % da Bacia do Rio Sapucaí apresenta perdas de solo abaixo de 10 t.ha-1.ano-1, significando baixo potencial atual de erosão. A identificação de áreas de risco associadas à erosão acelerada, realizadas neste estudo, fornecem subsídios fundamentais para medidas associadas ao manejo, conservação e planejamento do uso do solo.

  12. Subsídios para a proteção de áreas úmidas da bacia do rio Xingu (Mato Grosso, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosely Alvim Sanches

    2012-06-01

    Full Text Available O rio Suiá-Miçu é um importante tributário do rio Xingu, e sua bacia hidrográfica (BHSM, situada no planalto do Parecis, Estado de Mato Grosso, abrange 2,36 milhões de hectares. A BHSM contempla Formações Pioneiras, Cerrados e a Floresta Estacional Perenifólia, cuja composição de espécies é consequência da variabilidade de chuvas e do clima estacional. O objetivo deste trabalho foi caracterizar as áreas úmidas da BHSM e sua importância para a preservação ambiental. O mapeamento da BHSM foi realizado a partir do georreferenciamento de imagens do satélite CBERS-2 (2006, que resultou em um mosaico RGB234 com 20 m de resolução. Esse mosaico permitiu o mapeamento de todas as drenagens da BHSM e, assim, a definição da planície de inundação, complementada pelo cruzamento dos mapas de hidrografia e geomorfologia e trabalhos de campo. Os resultados indicaram mais de 192 mil hectares de área de inundação, dos quais 13% foram desmatados para usos agropecuários. As áreas úmidas da BHSM têm papel importante no suprimento de água durante as estações secas. São compostas de hábitats fluviolacustres e de uma diversidade de vegetação que abarca os campos úmidos, a floresta inundável e as veredas (dominadas pelo buriti Mauritia flexuosa. Apesar de no Brasil existirem leis ambientais para proteção de cursos d'água e das áreas marginais, sua implementação e monitoramento são necessários, dada a fragilidade de ecossistemas presentes na planície de inundação, como no caso da BHSM. Recomendam-se mais pesquisas científicas sobre esses ecossistemas para apoiar as tomadas de decisão na proteção das áreas úmidas no Brasil.

  13. EVOLUÇÃO DO USO E COBERTURA DO SOLO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOURADOS-MS, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geula Graciela Gomes Gonçalves

    2011-01-01

    Full Text Available Os sistemas de informações geográficas (SIGs, aliados aos dados de sensores remotos são importantes ferramentas na identificação e avaliação do uso da terra com vistas ao manejo de bacias. A Bacia do Rio Dourados, no Mato Grosso do Sul possui grande importância no estado por sua extensão e uso, por essa razão destaca-se a necessidade de pesquisas que visem um planejamento adequado do uso da terra, objetivando a conservação dos recursos ambientais a fim de manter a qualidade e quantidade de água, tornando sustentável o uso agrícola e humano desse manancial. Este trabalho teve o objetivo de mapear uso da terra na Bacia do Rio Dourados em duas épocas, 2001 e 2008, com o objetivo de avaliar a evolução do uso da terra. Para classificação da imagem, utilizou-se o sistema de classificação supervisionado por regiões, classificador Bhattacharya, implementado no SIG-SPRING/INPE. Os resultados permitiram concluir que: a O crescimento das áreas de agricultura foi compatível com o crescimento da cultura da cana-de-açúcar na região; b a redução das áreas de pastagem aconteceu em função da expansão da cultura canavieira; c as feições vegetação (cerrado, mata, capoeira e complexo de vegetação (várzeas, apresentaram grande potencial para confusão de identificação na área da bacia analisada; e d o crescimento das áreas com eucalipto foi compatível com a tendência em todo o Estado de Mato Grosso do Sul.

  14. Ocorrencia de mercurio na Bacia do Rio Iguaçu, Estado do Parana, Brasil

    OpenAIRE

    Rafael Andre Belotto Plawiak

    2007-01-01

    Resumo: A anomalia geoquímica de mercúrio em sedimento de corrente da bacia hidrográfica do rio Iguaçu, Estado do Paraná, delimitada por um levantamento prévio de geoquímica regional, foi investigada através de determinações das concentrações do metal em rochas, solo e sedimento fluvial. O rio Iguaçu está inserido no contexto geológico da Bacia do Paraná e a porção correspondente ao alto vale, no município de Curitiba e vizinhanças, compreende rochas gnáissico-migmatíticas do embasamento cris...

  15. Análise da qualidade de água dos principais rios do município de Rio Negrinho (SC / Analysis of water quality of principal rivers in the Rio Negrinho city (SC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Malutta

    2013-01-01

    Full Text Available As bacias hidrográficas do rio Preto e do rio Negrinho são as principais unidades do município de Rio Negrinho (SC. Nestas, há pontos de monitoramento de alguns parâmetros de qualidade de água realizados pelo Programa Intermunicipal da Água. O objetivo do presente trabalho foi realizar a análise da qualidade de água nesses vários pontos de monitoramento nos principais rios desse município. Para entender melhor os recursos hídricos da região em termos tanto de qualidade quanto de quantidade, foram feitas análises de correlações entre os dados monitorados de qualidade de água e os dados de vazão diários simulados pelo modelo SWAT. Não se encontrou correlação significativa entre os dados de vazão simulados pelo modelo SWAT e os dados de qualidade de água em todos os pontos analisados. Foi identificado que os rios Serrinhas e Banhado, os quais se localizam na bacia do rio Negrinho, apresentaram índices de qualidade de água inferiores aos demais rios estudados devido principalmente aos efluentes provindos da urbanização. Foi identificado que há medianas, vários outlier e valores extremos dos parâmetros de DBO e OD que ficaram muito acima da legislação vigente.

  16. CARACTERIZAÇÃO MORFOESTRUTURAL DO ALTO CURSO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JAGUARIBE, CEARÁ-BRASIL

    OpenAIRE

    Mickaelle Braga da Silva; Rubson Pinheiro Maia

    2017-01-01

    O presente trabalho propõe uma análise morfoestrutural do alto curso da bacia hidrográfica do rio Jaguaribe, Ceará-Brasil, através da relação litologia/drenagem/relevo. A análise baseou-se em levantamentos bibliográficos e cartográficos; na aplicação de técnicas de geoprocessamento e tabulação e análise dos dados. Dentre os produtos de sensoriamento remoto disponíveis para a área, destacam-se os dados Shuttle Radar Topography Mission-SRTM, com resolução espacial de 30 metros. Este produto com...

  17. Morphological variation in populations of Tetragonopterus argenteus Cuvier, 1817 (Characiformes, Characidae from Madeira and Paraguay river basins Variação morfológica em populações de Tetragonopterus argenteus Cuvier, 1817 (Characiformes, Characidae das bacias dos rios Madeira e Paraguai

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Willian Massaharu Ohara

    2007-10-01

    Full Text Available The saua Tetragonopterus argenteus is endemic to South America. It has a wide geographic distribution and occurs in different Brazilian basins, such as those of the Madeira and Paraguay rivers. In this work, it was noticed that populations from these basins have morphological variations between them, indicating a possible geographic isolation. Specimens were studied using twelve morphological characters that were submitted to the canonical variates and body proportion analysis. In the canonical variate analysis, the populations from the Madeira and Paraguay river basins were differentiated by caudal peduncle depth, eye diameter, pre-ventral distance, body height, snout length and head length. In the body proportion analysis, the population of Madeira river basin presented head length, orbital diameter, pre-dorsal distance, dorsal-fin length, pre-ventral distance, body height and caudal peduncle height, smaller than those of the population from Paraguay river basin. These results allowed the recognition of intra-specific variation amplitude, that could become an important instrument for management and conservation of this species. O sauá Tetragonopterus argenteus é endêmico da América do Sul, apresenta ampla distribuição geográfica e ocorre em várias bacias brasileiras, entre elas as dos rios Madeira e Paraguai. Neste trabalho foi observado que as populações dessas bacias apresentam variações morfológicas que, provavelmente, representam isolamento geográfico. Exemplares foram estudados através de 12 caracteres morfológicos e submetidos às análises de variáveis canônicas e de proporções corporais. Na análise das variáveis canônicas, as populações das bacias dos rios Madeira e Paraguai diferenciaram-se pelo diâmetro do olho, distância pré-ventral, altura do corpo, comprimento do focinho, altura do pedúnculo caudal e comprimento da cabeça. Na análise das proporções corporais, a população da bacia do rio Madeira

  18. Análise hidrológica e socioambiental da bacia hidrográfica do córrego Romão dos Reis, Viçosa-MG The hydrographic watershed of Romão dos Reis stream, Viçosa-MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Genice Vieira Santos

    2007-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi analisar os aspectos hidrológico e socioeconômico da bacia hidrográfica do córrego Romão dos Reis, que se localiza no Município de Viçosa, na região da Zona da Mata do Estado de Minas Gerais. O estudo enfatizou o uso e ocupação da terra como fatores determinantes na análise da qualidade da água, além dos fatores físicos da bacia. Esta foi dividida em sub-bacias, o que possibilitou a escolha de locais representativos para coleta e análise de dados. Coletaram-se os dados referentes a vazão, qualidade da água, elevações, precipitação, uso do solo, tipo de solo e aspectos sociais e econômicos. Para a elaboração dos mapas, utilizou-se o modelo digitalizado, construído a partir de mosaicos e fotos aéreas da região, na escala de 1:30.000. As informações sobre o número de moradores e proprietários, assim como os seus respectivos sistemas de cultivos e ocupação na bacia, foram obtidas por meio de entrevistas semi-estruturadas, visando melhor compreender a organização social e o manejo de uso da terra das propriedades. Foram apontados indicadores de degradação, assim como estratégias de manejo adequadas à melhoria ambiental, que venham contribuir e garantir a sustentabilidade da bacia.This study was carried out to analyze the hydrological and socioeconomic aspects in the hydrographic watershed of Romão dos Reis stream in Viçosa county, Zona da Mata region, Minas Gerais State. In this study, the land use and occupation are emphasized as determinant factors for analyzing water quality, besides physical factors. The watershed was divided into sub-watersheds enabling to choose the representative sites for data collection and analysis. Data on flow rate, water quality, relief, precipitation, landscape (top, hillside and terrace, soil type, social and economic aspects were collected. A digitalized model built from mosaics and aerial photos of the area at 1:30.000 scale was used to draw up

  19. Identificação dos impactos ambientais da ocupação irregular nas Áreas de Preservação Permanente (APP da Bacia Hidrográfica do Rio Itabapoana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ramon Petrilho Silveira

    2016-12-01

    Full Text Available As nascentes representam o início da formação das redes de drenagens e, assim, são fundamentais para a manutenção dos recursos hídricos. Apesar da notória importância de preservação dessas áreas, esses ambientes ainda continuam sofrendo com as ações predatórias do homem. Como consequência, destaca-se a redução na vegetação ciliar, perda na biodiversidade da fauna e flora, aumento dos processos erosivos no solo e assoreamento de diversos corpos d’água, inclusive de nascentes. Neste artigo, realizaremos um estudo de revisão bibliográfica a respeito da situação ambiental na qual se encontra a bacia do rio Itabapoana, dando ênfase nas áreas de nascentes.

  20. PLANEJAMENTO AMBIENTAL PARA BACIAS HIDROGRÁFICAS: CONVERGÊNCIAS E DESAFIOS NA BACIA DO RIO CAPIBARIBE, EM PERNAMBUCO-BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Pereira Silva

    2014-01-01

    Full Text Available A presente pesquisa teve como objetivo estudar a implementação das políticas públicas na gestão dos recursos hídricos no Estado de Pernambuco, especificamente, na Bacia Hidrográfica do Capibaribe, e também, avaliar se estão contribuindo para a sustentabilidade da bacia. Para tanto, utilizou-se o método qualitativo e a metodologia de estudo de caso, com o auxílio do uso das técnicas de pesquisa bibliográfica e documental. Os resultados mostraramque a integração do planejamento ambiental com a gestão dos recursos hídricos em Pernambuco, necessitada atuação mais comprometida do Estado e da ampliação de participação da sociedade civil organizada. Embora, haja progressos moderados, a promoção da sustentabilidade hídrica ainda está em construção.

  1. Uso do zoneamento ambiental do Médio Rio Grande como instrumento de gestão no município de Delfinópolis-MG

    OpenAIRE

    Collares, Eduardo Goulart; Melo, Naara Aline Tossani de; Carvalho, Ana Paula Pereira

    2016-01-01

    Este trabalho faz parte do Projeto Grande Minas - União Pelas Águas, que realizou o Zoneamento Ambiental das Sub-Bacias Hidrográficas dos Afluentes Mineiros do Médio Rio Grande. O zoneamento foi concluído em 2013 e produziu importantes informações sobre os meios físico, biótico e socioeconômico dos 22 municípios que compõem a bacia hidrográfica, dentre eles o local de estudo, que é o município de Delfinópolis - MG. Dentre os instrumentos que podem contribuir para o desenvolvimento sustentável...

  2. Análise da Variabilidade Espacial da Piezometria em Aquífero Livre: Estudo de Caso na Sub-Bacia da Cabeceira do Rio Coxim, Mato Grosso do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ciomara de Souza Miranda

    2016-01-01

    Full Text Available O presente trabalho tem o objetivo de reconhecer a superfície piezométrica do aquífero livre da Sub-Bacia Cabeceira do Rio Coxim, localizada na porção central do Município de São Gabriel do Oeste, Mato Grosso do Sul, caracterizada pelo uso agrícola intensivo. Essa informação da piezometria das águas subterrâneas é necessária para a exploração de forma otimizada e sustentável do meio. Foram coletado em campo dados do nível estático de 22 poços e a altitude, o resultado da subtração desses dois dados caracteriza a piezometria. O modelo matemático de ajuste ao semivariograma teórico foi o esférico. Apurou-se, ainda, por validação cruzada a exatidão do modelo esférico proposto. Averiguou-se a existência de uma forte dependência espacial, um alcance de 16,5 km e uma superestimação da superfície da água subterrânea de 10% na krigagem, considerado um erro aceitável para a interpolação dos dados. A partir dos parâmetros dos modelos ajustados, gerou-se o mapas da superfície piezométrica pelo método da krigagem. Observou-se que a geoestatística na análise de dados ambientais, destacando nesse trabalho, o estudo voltado aos recursos hídricos.

  3. INVERSÃO NEOTECTÔNICA DO RELEVO NA BACIA POTIGUAR, NORDESTE DO BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rúbson Pinheiro Maia

    2014-04-01

    Full Text Available A maioria dos trabalhos de geomorfologia, desenvolvidos em bacias sedimentares discorrem sobre aspectos evolutivos com ênfase na dissecação, sem, no entanto abordar a gênese das morfoestruturas. Essas morfoestruturas correspondem às formas de relevo condicionadas pela reativação de falhas e demais deformações tectônicas. Exemplos dessas deformações podem ser encontrados nas bacias sedimentares do Nordeste brasileiro e tais estruturas estão condicionadas aos processos de reativação pós-rifte. Esses processos envolvem a reativação de falhas e dobras sob regime compressional e exercem suma importância na geração de estruturas deformacionais, na orientação de processos erosivos e no controle da drenagem. Nesse contexto, a Bacia Potiguar, situada na margem equatorial do Brasil, foi afetada por eventos deformacionais associados ao tectonismo cenozoico. Tais eventos geraram morfoestruturas que influenciam os processos de evolução geomorfológica da bacia, onde os campos de tensões cenozoicos foram responsáveis pelas deformações no topo da seção pós-rifte, originando antiformes dômicos que atualmente condicionam a drenagem, a dissecação e a deposição quaternária. Desse modo, na Bacia Potiguar, as principais unidades do relevo (Serras do Mel e de Mossoró e Vales dos Rios Mossoró e Açu apresentam evidências da participação do fator estrutural na sua gênese. Tal constatação advém da análise dos campos de tensões cenozoicos e sua repercussão no relevo, da caracterização da reativação de falhas neotectônicas, amplitudes altimétricas da seção pós-rifte e dos depósitos neógenos, quaternários e análise da rede de drenagem.

  4. Contribuições para o diagnóstico ambiental da parte média e inferior da Bacia do Rio Piracicaba – MG

    OpenAIRE

    Silva, Isabella Figueiredo Lopes da

    2010-01-01

    Realizou-se a determinação de parâmetros físico-químicos e biológicos de qualidade das águas, bem como a geoquímica dos sedimentos da parte média e baixa da Bacia Hidrográfica do Rio Piracicaba em duas diferentes estações: seca e chuvosa. Nesta região a economia é baseada em três atividades interligadas: grandes projetos de mineração (minério de ferro), reflorestamento com a monocultura de eucaliptos e siderurgias de grande porte. Essas atividades em geral necessitam muito de água no processo...

  5. Esboço sócio-ambiental da bacia hidrográfica do rio Passa Vaca, SSA-BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Puentes Torres

    2009-03-01

    Full Text Available O trabalho apresenta o resultado de estudos iniciais sobre a bacia hidrográfica do rio Passa Vaca, que se encontra com o Rio Jaguaribe na sua foz, localizada na orla Leste de Salvador, Bahia. Utiliza como método de interpretação espacial a análise morfométrica para obter os parâmetros físicos mais significativos da bacia e algumas características ambientais como, por exemplo, fatores do potencial ecológico e exploração biológica, entre outros. Analisa as formas das vertentes encontradas, as características geológicas, hídricas e morfológicas da área. Questiona, a partir das principais atividades socioeconômicas desenvolvidas no espaço geográfico estudado, os impactos evidenciados pela supressão da cobertura vegetal em toda a bacia e seus reflexos na degradação do manguezal localizado em seu estuário. Referencia-se numa estreita interação dinâmica com as atividades socioeconômicas desenvolvidas no interior do recorte estudado, para identificar as modificações fisiográficas da paisagem do curso do rio e de seus tributários.

  6. ESTUDO DO ESCOAMENTO SUPERFICIAL NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO IVAÍ, PARANÁ, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Luiz dos Santos

    2014-03-01

    Full Text Available Mediante a  aplicação da equação proposta por Kirby (1976,  aliada a levantamento das variáveis físicas  da bacia do Ivaí, este trabalho se propõe a analisar o comportamento do escoamento superficial nessa importante bacia hidrográfica do estado do Paraná. Para tanto, foram levantadas as variáveis precipitação média anual, precipitação média por evento, capacidade de campo dos solos e evapotranspiração. Essas variáveis foram  espacializadas e analisadas com o suporte das características geológicas, geomorfológicas, pedológicas e climáticas da bacia hidrográfica. O resultado da análise foi integrado, em ambiente digital, em um Sistema de informação Geográfica, fornecendo uma carta síntese das taxas de escoamento superficial da bacia. O resultado mostra que no curso inferior da bacia hidrográfica, região do Arenito Caiuá (Kr, ocorrem as maiores taxas de escoamento superficial da bacia. Tal fato é atestado pela agressiva erosão que sofrem os solos desenvolvidos sobre estas litologias na região Noroeste do estado do Paraná.

  7. Composição e estrutura da comunidade de peixes de um afluente do rio Tietê, bacia do Alto rio Paraná.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jane Piton Serra

    2014-09-01

    Full Text Available A América do Sul contém a mais rica e variada ictiofauna de água doce do mundo, porém, muito dessa diversidade ainda é desconhecida, tanto na sua composição, quanto em aspectos ecológicos, biológicos e taxonômicos. Essa riqueza, entretanto tem sido afetada pelas alterações antrópicas dos ambientes naturais. Assim, o objetivo do presente trabalho foi determinar a composição e estrutura da ictiofauna do ribeirão Borá, afluente do rio Cubatão, drenagem do rio Tietê, bacia do alto rio Paraná. O local estudado foi um trecho de quinta ordem e aproximadamente 80 m de extensão do ribeirão, localizado no município de Nova Aliança, São Paulo. O ribeirão Borá apresenta características de ambiente antropizado, como pouca vegetação marginal e pontos poucos profundos com sedimento predominantemente arenoso. Foram realizadas 10 coletadas diurnas entre Novembro de 2002 e Março de 2004. O tempo de coleta e os equipamentos utilizados foram padronizados. Foram coletadas 41 espécies de peixes, pertencentes a 15 famílias e cinco ordens, totalizando 1.459 exemplares. A ordem Characiformes apresentou maior riqueza, seguida por Siluriformes. A família Characidae foi a mais rica, seguida por Loricariidae e Cichlidae. Os maiores valores para riqueza e abundância foram encontrados na estação chuvosa. Os resultados obtidos neste trabalho constituem uma forma importante de conhecimento da ictiofauna e reforçam a importância de estudos sobre a composição e estrutura das comunidades de peixes, tanto em ambientes ainda não modificados, quanto naqueles com intenso processo de degradação, como subsídio para conservação e recuperação dos ambientes aquáticos.

  8. ANÁLISE DAS PRECIPITAÇÕES MENSAIS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO BRIGIDA NO SEMI-ÁRIDO PERNAMBUCANO, USANDO O MÉTODO DE WARDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Alegnoberto Leite Fechine

    2008-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi o de determinar regiões pluviometricamente homogêneas no âmbito da bacia hidrográfica do rio Brígida, utilizando dados de precipitação mensal de seis estações meteorológicas, com séries amostrais de 29 anos, 1964 a 2006. Os critérios de seleção dos postos foram: que as séries não tivessem falhas e que os anos fossem concomitantes. Com esses critérios foram selecionados os municípios de Parnamirim, Moreilândia, Trindade, Ipubi, Exu, Ouricuri, Araripina, Serrita e Bodocó, localizados na bacia do rio Brígida, semi-árido do estado de Pernambuco. Utilizou-se no estudo o método hierárquico aglomerativo de Ward, tendo como medida de dissimilaridade a distância euclidiana. Os municípios de Moreilândia, Serrita, Parnamirim, Araripina e Bodocó se agruparam e assim possuem quantitativos de índices pluviométricos similares. Esta comprovação mostrou-se necessária para garantir a aderência das análises, onde se objetivou identificar perfis de relacionamento de precipitação entre os municípios analisados.

  9. Análise estatística de chuvas intensas na bacia hidrográfica do Rio Paraíba Statistical analysis of rains intense in the Paraíba River bas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lincoln Eloi de Araújo

    2008-06-01

    Full Text Available Esta pesquisa foi realizada na bacia hidrográfica do rio Paraíba com a finalidade de identificar a variação espacial e temporal das chuvas intensas de 1, 2, 3, 4 e 5 dias. Os resultados obtidos mostraram concentração de valores máximos da variação espacial das chuvas intensas no leste da sub-bacia do Baixo Paraíba, Sul da sub-bacia do rio Taperoá e centro-norte da sub-bacia do Alto Paraíba. A análise da variação temporal revelou que os meses de maiores ocorrências de chuvas intensas na bacia em estudo são: janeiro, fevereiro, março e abril. Em seguida, as chuvas intensas foram ajustadas à função distribuição de probabilidade de Gumbel. O teste Kolmogorov-Smirnov foi utilizado para verificar a qualidade desses ajustes.This research was accomplished in the Paraíba river basin for to identify the space and temporal variability of the rains intense of 1, 2, 3, 4 and 5 days. The obtained results showed concentration of maximum values of the space variation of the rains intense in the east of the subbasin of Low Paraíba, south of the subbasin of the river Taperoá and center-north of the subbasin of High Paraíba. The analysis of the temporal variation did reveal that the months of larger occurrences of rains intense in the basin in study are: January, February, March and April. Soon after, the rains intense they were adjusted to the probability distribution function of Gumbel. The test Kolmogorov-Smirnov was used to verify the quality of those fittings.

  10. COMPORTAMENTO DE ANÁLISES EM SUPERFÍCIE PLANIMÉTRICA E MODELADA FRENTE A REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS E ÍNDICES GEOMORFOLÓGICOS - BACIA DO RIO CUIABÁ - PETRÓPOLIS (RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel do Couto Fernandes

    2017-10-01

    Full Text Available Existe uma série de alternativas para trabalhar com a dimensionalidade dos elementos de uma paisagem, e mesmo assim o geoprocessamento possui uma limitação estabelecida pela não consideração da irregularidade do espaço a ser analisado. Neste sentido, a análise em superfície modelada apresenta uma acuracidade maior no que tange a mensurações na paisagem, como é o caso de análises geomorfológicas. Com o intuito de fornecer mais um subsídio de como as diferentes observações em superfície planimétrica e modelada podem se comportar mediante as mensurações morfológicas, o presente trabalho busca comparar resultados de índices geomorfológicos obtidos a partir destes dois tipos de observações na bacia do rio Cuiabá, localizada no município de Petrópolis (RJ. Todo estudo foi desenvolvido na escala de 1:10.000, compilada das bases topográficas onde foram construídos os índices geomorfológicos em superfície planimétrica, tais como Gradiente topográfico (Gt, Densidade de drenagem (Dd e Índice de Eficiência de Drenagem (IED. Estes índices foram extraídos para as 41 bacias de segunda ordem que compõem a bacia do Rio Cuiabá. Os índices Dd e IED foram aplicados à superfície modelada a partir de um modelo digital de elevação (MDE, que teve como fonte os dados planialtimétricos da base cartográfica. Além destes dois índices, foi considerado também o eixo de concavidade para estas bacias de segunda ordem, o qual faz parte do sistema de escoamento superficial juntamente com a hidrografia. Resultados mostraram um significando aumento dos valores de área de bacia e comprimento de drenagem para superfície modelada em relação à planimétrica, respectivamente 18,8% e 5,31%. Quando somado o eixo de concavidade à hidrografia, foi obtido um percentual de diferença de 8,19% para a drenagem total. Estes valores foram decisivos para a modificação dos resultados de Densidade de drenagem e do Índice de Eficiência de

  11. Avaliaçao e mapeamento da fragilidade ambiental da Bacia do Rio Xaxim, Baia de Antonina-PR, com o auxílio de geoprocessamento

    OpenAIRE

    Ghezzi, Alessandra Oliveira

    2003-01-01

    O Presente estudo teve por objetivo avaliar e mapear a fragilidade ambiental da bacia do rio Xaxim, localizada no município de Antonina, estado do Paraná, com o auxilio do Geoprocessamento. A Bacia possui 56,20 Km² e foi avaliada conforme a metodologia de ROSS (1997). Os resultados indicam que na bacia do rio Xaxim, predominam as classes de fragilidade potencial média e baixa, em função principalmente da declividade, e classes de fragilidade emergente média e baixa em função principalmente da...

  12. Vulnerabilidade à degradação dos solos da Bacia do Acaraú, Ceará Vulnerability to soil degradation in the Acaraú Basin, State of Ceara

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lydia Helena da Silva de Oliveira Mota

    2011-03-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou elaborar um mapa de vulnerabilidade à degradação dos solos da bacia do rio Acaraú, CE, através de Sistema de Informações Geográficas e de metodologia multicritério aditivo. Para a obtenção das classes de vulnerabilidade, foram avaliados os temas geologia, geomorfologia, pedologia, vegetação e clima, definindo-se cinco classes: estável, moderadamente estável, medianamente estável/vulnerável, moderadamente vulnerável e vulnerável. A classe medianamente estável/vulnerável foi a mais representativa, ocupando 9.776 km² de extensão (67,8% da bacia, seguida da classe moderadamente estável que ocupou 4.180 km² de extensão (mais de 28% da bacia. Os resultados obtidos mostraram a viabilidade da aplicação do método para a elaboração do mapa de vulnerabilidade ambiental que pode ser utilizado na gestão territorial da bacia do Rio Acaraú.This work aimed to prepare a map of soil degradation vulnerability in the Acaraú basin, Ceará, through the Geographic Information System and multicriterium additive methodology. For the obtaining of classes of vulnerability, we evaluated information related to geology, geomorphology, pedology, vegetation and climate, resulting in five classes: stable, moderately stable, medium stable/vulnerable, moderately vulnerable and vulnerable. The class medium stable/vulnerable was the most representative, occupying 9,776 km² of extension (67.8 % of the basin, followed by the class moderately stable, which occupied 4,180 km² of extension (more than 28% of the basin. The results showed the viability of the method for preparing the map of environmental vulnerability, which can be applied in the territorial management of the Acaraú basin.

  13. Efeitos das mudanças do uso da terra na biogeoquímica dos corpos d'água da bacia do rio Ji-Paraná, Rondônia Effects of land use changes in the biogeochemistry of fluvial systems of the Ji-Paraná river basin, Rondônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex Vladimir Krusche

    2005-06-01

    Full Text Available Este trabalho discute os efeitos das mudanças do uso do solo na biogequímica dos rios da bacia de drenagem do rio Ji-Paraná (Rondônia. Nesta região, a distribuição espacial do desmatamento e das propriedades do solo resultam em sinais diferentes, possibilitando a divisão dos sistemas fluviais em três grupos: rios com águas pobres em íons e baixo impacto; rios com conteúdo iônico intermediário e impacto médio e rios com elevados conteúdo iônico e impacto antropogênico. As características biogeoquímicas dos rios têm relação significativa com a área de pasto, melhor parâmetro para prever a condutividade elétrica (r² = 0,87 e as concentrações de sódio (r² = 0,75, cloreto (r² = 0,69, potássio (r² = 0,63, fosfato (r² = 0.78, nitrogênio inorgânico (r² = 0.52, carbono inorgânico (r² = 0.81 e carbono orgânico (rain ² = 0.51 dissolvidos. Cálcio e magnésio tiveram sua variância explicada pelas características do solo e pastagem. Nossos resultados indicam que as mudanças observadas na micro-escala constituem "sinais biogeoquímicos" gerados pelo processamento do material nas margens dos rios. A medida em que os rios evoluem para ordens superiores, os sinais persistentes nos canais fluviais estão mais associdados às características da bacia de drenagem (solos e uso da terra. Apesar dos efeitos das mudanças observadas no uso do solo não serem ainda detectáveis na macro-escala (bacia amazônica, a disrupção da estrutura e funcionamento dos ecossistemas é detectável nas micro e meso escalas, com alterações significativas na ciclagem de nutrientes nos ecossistemas fluviais.In this article we present the results of the effects of land use change on the river biogeochemistry of the Ji-Paraná basin (Rondônia. In this region, the spatial distribution of deforestation and soil properties result in different biogeochemical signals, allowing the division of the fluvial systems into three groups: rivers with

  14. Uso da terra e perda de solo na Bacia Hidrográfica do Rio Colônia, Bahia

    OpenAIRE

    Silva,Vinícius de A.; Moreau,Mauricio S.; Moreau,Ana M. S. dos S.; Rego,Neylor A. C.

    2011-01-01

    Mudanças no uso da terra muitas vezes potencializam a erosão hídrica acarretando perda de água, solo, nutriente e matéria orgânica dos sistemas agrícolas, razão por que se estimou a perda de solo na bacia hidrográfica do rio Colônia, na Bahia, nos últimos vinte e sete anos, utilizando-se o software SWAT (Soil and Water Assessment Tool). Para tal, procedeu-se à digitalização de mapas temáticos, interpretação de fotografias aéreas de 1975; classificação supervisionada de imagens de satélites de...

  15. Análise Morfométrica da Rede de Drenagem da Bacia do Rio do Machado-MG / Morphometric Analisys of Machado Drainage Basin – Minas Gerais State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli Carina Siqueira Ribeiro

    2010-04-01

    Full Text Available Este artigo visa analisar a rede de drenagem através da utilização das técnicas de indice Relação Declividade e Extensão do Curso de agua (RDE e análise do perfil longitudinal dos vales, numa região chave do Planalto Sul de Minas, a fim de contribuir com estudos sobre evolução da paisagem da região sudeste do Brasil. A pesquisa foi realizada na Bacia Hidrográfica do Rio do Machado (MG, afluente do Alto Rio Grande, e regiões adjacentes, localizadas no Planalto Sul de Minas. O Rio do Machado apresenta uma particularidade em seu curso, com uma mudança brusca de direção tomada por sua drenagem na área próxima ao seu médio curso. Com a aplicação das técnicas pretende-se compreender melhor a dinâmica do relevo na área, identificando áreas com indício de ação neotectônica e seu padrão de distribuição na bacia.

  16. AVALIAÇAO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS SUBTERRÂNEAS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARDO, SISTEMA AQUÍFERO GUARANI, RS, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marluce Purper

    2011-08-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi avaliar a qualidade das águas subterrâneas em áreas de preservação permanente (Sistema Aquífero Guarani – SAG da Bacia Hidrográfica do Rio Pardo, RS, Brasil, através de variáveis físicas, químicas e microbiológicas. Nove pontos de coleta foram distribuídos ao longo da bacia, nos quais as águas subterrâneas foram classificadas quanto aos íons de maior ocorrência quantitativa. Os resultados indicaram que a maioria dos poços avaliados enquadraram-se na Classe 4 de usos da água, correspondendo a águas de usos menos restritivos (como recreação de contato secundário. Entretanto, deve-se considerar que os aquíferos são caracterizados por diferentes condições geológicas, com características físicas, químicas e biológicas intrínsecas, e também variações hidrogeoquímicas, sendo necessário que as suas classes de qualidade sejam determinadas com base nessas especificidades. As amostras P1, P2, P3, P5 e P9 classificaram-se como bicarbonatadas cálcicas; as águas dos pontos P4, P6, P7 como bicarbonatadas sódicas; e P8 como sulfatada. Verificou-se que a qualidade das águas de poços com profundidade inferior a 6 m está mais vulnerável, devido a alterações antrópicas em função da concentração de nitrato, coliformes totais e termotolerantes, enquanto a qualidade das águas de poços mais profundos depende basicamente de suas características hidrogeológicas e hidrogeoquímicas naturais, em função das variáveis sulfato e sódio.

  17. Estrutura populacional e aspectos reprodutivos de Corydoras aeneus (Siluriformes, Callichthyidae em riachos da bacia do rio Ivinhema, Alto rio Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiane S. Ferreira

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Apesar do crescente número de estudos sobre biologia de espécies de peixes de pequeno porte, o conhecimento dos aspectos básicos da biologia da maioria das espécies ainda é incipiente. Com isso, o objetivo desse estudo foi descrever alguns aspectos populacionais e reprodutivos de Corydoras aeneus (Gill, 1858 em riachos da bacia do rio Ivinhema, Alto rio Paraná. As amostragens foram realizadas entre 2008 e 2011 em 57 riachos distribuídos na bacia. Foram analisados 684 indivíduos, sendo 213 fêmeas e 190 machos, além de 281 exemplares analisados apenas quanto aos dados de comprimento padrão. O comprimento padrão máximo da população analisada foi de 50,19 mm para as fêmeas e de 45,24 mm para machos; Desta forma, as fêmeas foram maiores que os machos. A proporção sexual foi de 52,7% para fêmeas e de 47,1% para os machos, sem variação significativa entre os sexos (Χ2= 1,313; p = 0,252. Quanto à relação peso/comprimento ambos os sexos apresentaram a crescimento isométrico. As maiores frequências de fêmeas maduras foram observadas nos meses de outubro a dezembro, embora tenham sido observadas fêmeas maduras em outros meses do ano. Estimou-se que 50% das fêmeas estão sexualmente maduras com 33,54 mm de comprimento padrão. A fecundidade média foi estimada em 359,47 oócitos, sendo que a população apresenta desova total. O padrão de recrutamento não apresentou um padrão unimodal, embora a maior intensidade tenha sido observada nos meses de outubro a dezembro. O comprimento assintótico foi estimado em 54,59 mm e a taxa de crescimento de 1,1 ano-1. O índice de performance de crescimento foi estimado em 3,51; a longevidade de 2,72 anos e a mortalidade de 1,48 ano-1.

  18. ANÁLISE DE PADRÕES E DE ANOMALIAS DE DRENAGEM DA PORÇÃO MÉDIA DA BACIA DO RIO TIBAGI (PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Idjarrury Gomes Firmino

    2017-03-01

    Full Text Available A porção média da bacia do rio Tibagi está localizada entre os municípios de Tibagi (PR e Telêmaco Borba (PR. A região compreende a borda planáltica da Bacia Sedimentar do Paraná e é o local por onde se projeta parte do eixo do Arco de Ponta Grossa. O objetivo principal desta pesquisa é a análise dos tipos de padrões e a identificação de anomalias de drenagem e de seus significados. A análise da rede de drenagem desta área permitiu identificar um predomínio de 68% do padrão treliça e subtipos, o que sugere que os rios possuem um forte controle estrutural por parte das falhas da Zona de Falha Curitiba-Maringá, alinhadas no sentido NW-SE e um sistema secundário de falhas e juntas no sentido NE-SW. A baixa sinuosidade para rios de primeira e segunda ordem, a angularidade média da rede de canais (maioria 90º, o predomínio de lineações e a tropia bidirecional também são fortes indicativos deste tipo de controle. A densidade de drenagem maior para as vertentes dos canais principais sugere um aprofundamento das vertentes em um processo de ascensão. As anomalias de drenagem identificadas (inflexões, alinhamentos, curvas fluviais comprimidas, planícies e terraços assimétricos estão relacionadas ao cruzamento de segmentos retilíneos e aos diques de diabásio. A análise da rede e de suas propriedades também permitiu setorizar áreas com controles distintos, como no reverso da escarpa, onde predomina o controle da atitude das camadas da Formação Furnas e da reentrância do Arco de Ponta Grossa.

  19. Análise morfométrica e socioambiental de uma bacia hidrográfica Amazônica, Carlinda, MT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Keichi Umetsu

    2012-02-01

    Full Text Available Estudos morfométricos e socioambientais foram realizados na bacia hidrográfica do rio Monte Sinai, em Carlinda, MT, visando à criação de subsídios para a sua sustentabilidade ambiental. Para tanto, foram utilizados dados SRTM 90 m, reamostrados para 30 m, para a geração do modelo digital de elevação e dados SPOT (10 m, para a avaliação do uso e cobertura da terra, através de técnicas de SIG. Além disso, foram feitas entrevistas semiestruturadas com os moradores locais e visitas de campo. Os resultados apontaram que a bacia apresenta padrão dentrítico de quarta ordem. A razão altimétrica, declividade, densidade de drenagem e fator de forma indicaram forte controle estrutural da drenagem da bacia hidrográfica. Entretanto, o atual uso e cobertura da terra, dominada por pastagens e mata ciliar degradada, favorecem os processos erosivos e, consequentemente, a perda da ferlitiladade do solo e o assoreamento dos cursos d'água. Foram apontados indicadores de degradação, assim como estratégias de manejo adequadas à melhoria ambiental que venham contribuir e garantir a sustentabilidade ambiental da bacia.

  20. A bacia hidrográfica como unidade fundamental de análise da paisagem: a Bacia do Pacuí e a sua relação com a Bacia do São Francisco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Ivete Soares de Almeida

    2015-06-01

    Full Text Available Este artigo procura entender a bacia hidrográfica como unidade espacial e básica na análise do ambiente, ficando implícita a adoção da visão integrada da paisagem e do meio ambiente. Neste sentido, apresenta uma breve revisão teórica sobre a evolução dos estudos sobre as bacias hidrográficas. Esta discussão se faz necessária para o entendimento de como o conceito bacia hidrográfica tem sido trabalhado na geografia. A seguir é feita uma contextualização da paisagem da Bacia do Pacuí e a sua relação com a Bacia do São Francisco. Ao mesmo tempo contempla breves reflexões acerca do uso e ocupação dos solos urbanos e rurais, e sobre as grandes diferenças socioeconômicas e ambientais dos municípios que fazem parte da Bacia do Pacuí. Ao finalizar este artigo percebe-se que a paisagem do Pacuí necessita de um planejamento que contemple medidas concretas de manejo e conservação dos recursos naturais existentes na Bacia do Pacuí.

  1. Zoneamento agroclimático da cultura do café para a Bacia do Rio Doce Agriculture-climatological zoning of coffee crop for the Rio Doce Basin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Luís Nunes

    2007-12-01

    Full Text Available Objetivou-se neste trabalho, através da geoespacialização, a identificação das regiões aptas, restritas e inaptas ao cultivo do café (Coffea arabica L. na Bacia do Rio Doce. Utilizou-se para tal, dados de temperatura e déficit hídrico de 50 estações meteorológicas instaladas na bacia e em bacias limítrofes. Os dados de déficit hídrico foram determinados utilizando o balanço hídrico segundo Thornthwaite & Mather (1955. Foram identificadas regiões equivalentes a um terço da bacia, localizadas na parte central e no nordeste da mesma, como sendo inaptas ao cultivo do café, conforme os critérios de produtividade relacionados com as exigências térmicas e hídricas da cultura.It was aimed in this work, through the geospatialization, the identification of the apt, restricted and inapt regions for cultivation of coffee (Coffea arabica L. in Rio Doce watershed. It was used for such, temperature and water deficit data of 50 meteorological stations installed in the watershed and in bordering watershed. The data of water deficit were determined using the water balance according to Thornthwaite & Mather (1955. They were identified equivalent regions the one third of the watershed, located in the central part and in the northeast of the same, as being inapt to the cultivation of coffee, according to the productivity criterions related with the thermal and hydric demands of culture.

  2. Characterization of water availability in a hydrographic basin Caracterização da disponibilidade hídrica em uma bacia hidrográfica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiane K. Arai

    2012-06-01

    ção dos afluentes. Para tanto, propuseram-se os conceitos de contribuições potencial e real, visando à identificação da proporção de contribuição de cada um dos afluentes para a formação da vazão da Bacia do Ivinhema. Os resultados permitiram constatar que: as maiores precipitações na Bacia do Ivinhema ocorreram nas regiões de cabeceira; a vazão específica média diminui da nascente para a foz na Bacia do Ivinhema; a Sub-bacia do Rio Dourados apresenta maior contribuição potencial e real para a formação da vazão da Bacia do Ivinhema; as áreas de drenagem dos afluentes Dourados e Vacaria contribuem com 53% da vazão da bacia.

  3. Resíduos Sólidos na Bacia do Rio Ivinhema-MS | Solid Waste in River Basin Ivinhema-MS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Akemi Ikuta

    2014-05-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE Introdução: O trabalho apresenta parte dos resultados da pesquisa intitulada “Geração e disposição de resíduos sólidos urbanos e as formas de organização dos trabalhadores catadores de resíduos recicláveis nos municípios localizados na bacia do rio Ivinhema-MS”, realizada com apoio do CNPq. A área estudada compreende um conjunto de 25 municípios, localizados na bacia do Rio Ivinhema, na região sudeste do Estado de Mato Grosso do Sul, com uma população total aproximada de 675.569 habitantes, sendo 81,92% urbana (IBGE, Censo 2010. Dentre os principais objetivos destacam-se: realizar um diagnóstico da situação da produção e destinação de resíduos sólidos; e contribuir para a identificação de ações prioritárias a serem desenvolvidas na área, tendo em vista o melhor gerenciamento dos resíduos sólidos. Metodologia/Desenvolvimento: O desenvolvimento da pesquisa apoiou-se em ampla revisão bibliográfica sobre as principais questões teórico-metodológicas ligadas ao tema escolhido, o que fundamentou sua melhor compreensão e orientação da pesquisa, bem como a coleta de dados de fontes secundárias. Os principais instrumentos utilizados para a coleta de dados foram: questionários, aplicados junto às prefeituras municipais, empresas envolvidas no manejo de resíduos e organizações de catadores (associações ou cooperativas; entrevistas não estruturadas, para esclarecimento de dúvidas sobre os questionários e complementação de informações; e observações realizadas em trabalho de campo nos locais de disposição dos diversos tipos de resíduos sólidos urbanos, para complementar dados, obter informações com registros fotográficos e confrontar os dados informados em questionários. Após a coleta, foi realizada a tabulação e sistematização, facilitando a verificação de semelhanças, diferenças, relações e inter-relações entre os dados. Em

  4. Análise do desempenho ambiental das usinas sucroenergéticas localizadas na Bacia Hidrográfica do Rio Mogi Guaçu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Girotto Rebelato

    Full Text Available RESUMO Este artigo teve como objetivo analisar o desempenho ambiental das usinas sucroenergéticas pertencentes à Bacia do Rio Mogi Guaçu. Com a identificação dos resíduos e subprodutos gerados em cada etapa do processo produtivo do açúcar e do etanol, identificaramse seus impactos potenciais e realizouse, por meio do método Analytic Hierarchy Process (AHP, uma ponderação quantitativa do impacto ambiental relativo de cada resíduo/subproduto considerando o despejo desses poluentes nas águas, no solo e na atmosfera. A partir disso, avaliaramse, por intermédio de pesquisa em campo, as usinas da bacia com base na destinação dada a 27 diferentes resíduos/subprodutos. Concluise que produção industrial sucroenergética apresentou maior impacto ambiental relativo nas águas (67,4%, seguida por solo (22,6% e atmosfera (10,07%. Com base nos conhecimentos científicos atestados até o presente momento sobre os impactos ambientais de cada despejo, também foi possível concluir que as destinações dos resíduos/subprodutos das usinas são, em média, 95% adequadas.

  5. ESTUDO DA ALTERAÇÃO ANTRÓPICA (HEMEROBIA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO MOURÃO – PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maristela Moresco Mezzomo

    2016-05-01

    Full Text Available As transformações da paisagem desenvolvidas por atividades antrópicas podem ocasionar inúmeros problemas como desequilíbrio nos ecossistemas, erosão de solos e assoreamento de rios. Uma das ferramentas para verificar a pressão das ações do ser humano na paisagem se dá por meio do conceito de hemerobia. Neste sentido, o objetivo deste artigo é apresentar a definição de graus de dependência energética e tecnológica (hemerobia da bacia hidrográfica do rio Mourão - PR, visando auxiliar o planejamento de ações para diminuir os riscos e impactos ambientais em relação ao solo e à água. Para isso, foram feitos a caracterização da área de estudo, o levantamento de dados e informações sobre o uso do solo e a classificação e quantificação dos graus de hemerobia utilizando a proposta de Kröker (2008. Os graus foram classificados como hemerobia mínima, muito baixa, baixa, média, alta, muito alta e máxima. A classificação da paisagem da bacia, conforme as unidades de paisagem definidas por Scipioni (2014, demonstra que três das quatro unidades possuem todos os graus de hemerobia. A análise quantitativa dos graus de hemerobia demonstra que 85,26% apresentam grau médio, composto por áreas utilizadas para agricultura, pecuária, solo exposto e áreas para futuras construções, e 7,81% representa o grau mínimo utilizado por Unidades de Conservação, Áreas de Preservação Permanente e fragmentos florestais. Esta classificação possibilitou identificar determinadas funções da paisagem, podendo assim, contribuir no planejamento e direcionamento de ações sobre o uso e a ocupação do solo.

  6. Vulnerabilidade à salinização das águas superficiais da Bacia do Rio Jacuipe por meio de traçadores ambientais

    OpenAIRE

    Fontes, Andréa Sousa

    2012-01-01

    O semi-árido nordestino do Brasil tem sofrido continuamente devido à elevada freqüência de períodos secos e problemas socioeconômicos. A presença da água não significa garantia de abastecimento, uma vez que, além da intermitência dos rios, o aporte de sais e esgotos na água torna-a comprometida para o consumo humano, animal e para a irrigação. Neste contexto, a presente pesquisa tem como objetivo o estudo da vulnerabilidade hídrica à salinização das águas superficiais da bacia hidrográfica do...

  7. Continuidade espacial da condutividade hidráulica saturada do solo na bacia hidrográfica do Alto Rio Grande, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Cristina Alvarenga

    2011-10-01

    Full Text Available A distribuição espacial da condutividade hidráulica saturada (k0 é essencial para estudos relacionados a erosão do solo e escoamento superficial. Este trabalho objetivou estudar a continuidade espacial do atributo hidrológico do solo k o na Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande, MG, e realizar seu mapeamento por meio de técnicas geoestatísticas, utilizando dados sem e com transformação logarítmica. Os modelos de semivariograma esférico e exponencial foram ajustados ao semivariograma experimental pelo método dos Mínimos Quadrados Ordinários (MQO e Mínimos Quadrados Ponderados (MQP. Técnicas de validação cruzada e preditiva foram aplicadas para a escolha do melhor modelo. Os resultados indicaram que, ao se trabalhar com o logaritmo dos dados de k o, houve redução de pontos discrepantes e de anisotropia, entretanto os valores mais elevados de grau de dependência espacial foram observados nos dados sem transformação. O ajuste do modelo esférico, por meio do método MQO, foi o que produziu melhor desempenho na modelagem da continuidade espacial de k0. Os mapas gerados a partir dos dados sem e com transformação logarítmica não apresentaram o mesmo comportamento na distribuição espacial dos valores, e o mapa dos dados na forma transformada teve o melhor detalhamento da distribuição espacial.

  8. Evapotranspiração real diária em sub-bacias do Paracatu, utilizando produtos do sensor Modis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evaldo de Paiva Lima

    2014-02-01

    Full Text Available A evapotranspiração define a perda total de água do sistema solo-planta para a atmosfera. Nas áreas agrícolas, particularmente onde se pratica algum tipo de irrigação, a determinação da evapotranspiração, por via de sensoriamento remoto, vem ganhando cada vez mais importância, pois possibilita identificar a eficiência com que a água tem sido utilizada. Nesse contexto, este trabalho tem o objetivo de determinar a evapotranspiração real diária (ETr diária, com a utilização de produtos do sensor MODIS, nas sub-bacias do Ribeirão Entre Ribeiros e Rio Preto, que ficam entre os Estados de Goiás e Minas Gerais. O SEBAL (Surface Energy Balance Algorithm for Land foi utilizado para a obtenção da ETr diária em quatro dias diferentes, no período de julho a outubro de 2007. Os resultados encontrados foram compatíveis com os citados em outras literaturas e a comparação entre a evapotranspiração, obtida pelo SEBAL, e a evapotranspiração da cultura (ETc demonstraram que esse algoritmo pode ser utilizado como boa opção para determinar, com a utilização de produtos do sensor MODIS, a evapotranspiração diária nas condições das sub-bacias do ribeirão Entre Ribeiros e rio Preto.

  9. Anurofauna da bacia do Rio Tijuco, Minas Gerais, Brasil e sua relação com taxocenoses de anfíbios do Cerrado e suas transições

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos E. Conte

    2013-09-01

    Full Text Available A supressão de paisagens naturais tem dizimado populações e/ou reduzido a área de ocorrência de muitas espécies de anuros, caso do Cerrado, dado o grande potencial econômico e velocidade de descaracterização por atividades humanas. Por este motivo, inventários de espécies são extremamente necessários nessas regiões que dependendo do grau de alteração ambiental podem prejudicar as atividades de dispersão e reprodução dos anuros. Este estudo tem por objetivo determinar a riqueza e a diversidade de modos reprodutivos da anurofauna da bacia do Rio Tijuco e comparar a composição da taxocenose dessa região com taxocenoses de anfíbios de outras regiões do bioma Cerrado e da floresta estacional semidecidual anteriormente estudadas. O estudo foi desenvolvido ao longo da bacia do Rio Tijuco numa extensão aproximada de 80 km. Através de quatro métodos de amostragem, foram registradas 40 espécies de anuros pertencentes a seis famílias, o que corresponde a 20% das espécies de anuros registradas para o Cerrado. As condições da paisagem favorecem espécies mais tolerantes e adaptadas ao clima mais seco, o que reflete numa taxocenose que possui baixa proporção de modos reprodutivos e uma elevada representatividade de modos generalizados, dependentes de água ou com adaptações contra dessecação. Em comparação com outras 15 localidades verificou-se que a anurofauna do Cerrado é típica, com baixa similaridade taxonômica com ecossistemas adjacentes. A diversidade de habitats e a expressiva riqueza de espécies tornam a bacia do Rio Tijuco de grande importância para a conservação da anurofauna do bioma Cerrado.

  10. MONITORAMENTO DA QUALIDADE DA ÁGUA DO RIO CAVEIRAS NO PLANALTO SERRANO DE SANTA CATARINA COM SUPORTE DE TECNOLOGIAS DE GEOMÁTICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvio Luís Luís Rafaeli Neto

    2013-04-01

    Full Text Available O monitoramento da qualidade da água em bacias hidrográficas possui forte componente espacial, uma vez que os locais de monitoramento distribuem-se no espaço geográfico. Em se tratando de bacias, em que o talvegue principal se estende por dezenas de quilômetros, há que se utilizar tecnologias de suporte ao planejamento dos locais de amostragem, definição de rotas de acesso e estudo do uso e da ocupação do solo como forma de subsidiar o processo de análise dos resultados. O rio Caveiras está situado na região serrana de Santa Catarina com uma bacia hidrográfica com cerca de 2400 km2. A jusante do seu terço superior, destaca-se a captação de água para o abastecimento da cidade de Lages, seguida de uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH com cerca de 2 MW de potência instalada. Em breve, serão construídas mais três PCHs a jusante da existente, formandouma sequência de quatro ambientes lênticos. Este trabalho tem por objetivo apresentar um estudo de caso de aplicação de tecnologias de Geomática no monitoramento da qualidade da água do rio Caveiras antes da construção das PCHs, como subsídio à avaliação dos impactos ambientais destes empreendimentos.

  11. CARACTERIZAÇÃO MORFOESTRUTURAL DO ALTO CURSO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JAGUARIBE, CEARÁ-BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mickaelle Braga da Silva

    2017-08-01

    Full Text Available O presente trabalho propõe uma análise morfoestrutural do alto curso da bacia hidrográfica do rio Jaguaribe, Ceará-Brasil, através da relação litologia/drenagem/relevo. A análise baseou-se em levantamentos bibliográficos e cartográficos; na aplicação de técnicas de geoprocessamento e tabulação e análise dos dados. Dentre os produtos de sensoriamento remoto disponíveis para a área, destacam-se os dados Shuttle Radar Topography Mission-SRTM, com resolução espacial de 30 metros. Este produto com o auxílio de softwares de geoprocessamento permitiu a extração da rede de drenagem e de lineamentos estruturais; a identificação e delimitação das unidades morfoestruturais; a compartimentação morfoestrutural dos lineamentos; a identificação e distribuição dos padrões de drenagem. Aplicou-se o cálculo e a geração dos gráficos de rosetas na espacialização da direção preferencial de frequência da drenagem e dos lineamentos estruturais. Neste contexto, foi possível identificar vários padrões de drenagem controlados por estruturas (padrões treliça e paralelo. Esses dados demostraram uma significativa compatibilidade de direções NE-SW e E-W, que sugerem lineamentos estruturais positivos e negativos representados por sequências de cristas e vales e trechos retilíneos escarpados, confinando canais de drenagem. Desta forma, foi possível estabelecer correlações com a distribuição da densidade de lineamentos e padrões de drenagem, constatando que são nos setores tectonicamente mais deformados que apresentam maior concentração de canais estruturalmente controlados.

  12. ANÁLISE MORFOESTRUTURAL DA BACIA DO RIBEIRÃO ÁGUA DAS ANTAS – PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karine Bueno Vargas

    2015-09-01

    Full Text Available A bacia hidrográfica do ribeirão Água das Antas localiza-se no centro norte do estado do Paraná, tendo seu maior domínio do município de Grandes Rios, na transição do Segundo para o Terceiro Planalto Paranaense. Está modelada sobre as litoestruturas das Formações Rio do Rasto, Pirambóia, Botucatu e Serra Geral da Bacia Sedimentar do Paraná. No presente artigo são identificadas e interpretadas as anomalias de drenagem na referida bacia, a partir da aplicação de índices morfométricos e de técnicas de sensoriamento remoto e geoprocessamento para a confecção de anomalias da área de estudo. As anomalias de drenagem correspondem a anormalidades ou irregularidades decorrentes principalmente de processos morfoestruturais e morfotectônicos. Os índices morfométricos utilizados, como fator de assimetria da bacia, fator de simetria topográfico transversal e relação declividade-extensão, apresentaram dados satisfatórios, com a identificação de alto índice de assimetrias na bacia. Por meio da fotointerpretação foram identificados curvaturas anômalas, segmentos retilíneos, erosões ativas, zona de abandono de drenagem, drenagens radiais e sub-radiais e tendência de migração do canal, as quais são consideradas anomalias. Devido à forte assimetria do canal, a bacia do ribeirão Água das Antas foi analisada à luz de zonas morfoestruturais, geradas pelo desnivelamento de blocos de falhas, sendo possível verificar a atuação da tectônica recente que afetou a rede de drenagem.

  13. DIFERENCIAÇÃO MORFOLÓGICA ENTRE POPULAÇÕES DE Corydoras aeneus GILL (1858 (SILURIFORMES, CALLICHTHYIDAE EM RIACHOS DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS DOS RIOS PARANÁ E PARAGUAI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandro Cezar Floretnino

    2014-10-01

    Full Text Available No presente estudo analisamos a existência de diferenciação na morfologia de populações isoladas de Corydoras aeneus (Gill, 1858. Quatorze caracteres morfométricos foram utilizados para a avaliação na morfologia de 14 populações isoladas das bacias dos rios Paraná e Paraguai. Verificamos a existência de diferenciação morfológica com auxílio da Análise de Função Discriminante. Utilizamos o teste de Mantel para observar se existia relação entre a similaridade morfológica e a distância geográfica. Após, realizamos uma análise de  entre a similaridade morfológica e as características ambientais dos riachos. Constatamos, que existe diferença significativa na morfologia das espécies entre os locais (Wilk’s Lambda= 0,02; F(182,935= 1,92; p<0,001. Existe correlação significativa entre a morfologia das espécies e as características dos locais coletados (Mantel r= 0,62, p= 0,01. As diferenças na morfologia das populações foram congruentes com as diferenças nas características dos riachos estudados. Desta forma, ao longo do tempo evolutivo foram selecionados os indivíduos que apresentavam características que conferiam maior adaptação às características ambientais, independente da distância geográfica entre estas populações estudadas. Palavras-chave: variação geográfica, peixes, riachos, morfometria. DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n3p95-99

  14. Caracterização faciológica e estratigráfica dos depósitos Flúvio-eólicos da Formação Pirambóia, permo-triássico da Bacia do Paraná, Oeste do Rio Grande

    OpenAIRE

    Adriana Damiani Rodrigues

    2015-01-01

    O objetivo principal desta dissertação é elaborar um arcabouço faciológico e estratigráfico para os depósitos flúvio-eólicos da Formação Pirambóia, Permo-Triássico da Bacia do Paraná, no bloco oeste do Estado do Rio Grande do Sul. O entendimento dos processos controladores da sedimentação e a relação entre os depósitos fluviais e eólicos foram fundamentais para estabelecer um modelo estratigráfico de alta resolução. A análise faciológica determinou 10 litofácies que foram agrupadas em seis as...

  15. Poluição difusa nas águas pluviais de uma bacia de drenagem urbana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Marozzi Righetto

    Full Text Available RESUMO Este trabalho teve como objetivo avaliar a primeira carga de lavagem de uma bacia urbana da cidade de Natal, Rio Grande do Norte, por meio da quantificação de cargas poluentes contidas nos deflúvios superficiais em decorrência de nove eventos de precipitação pluviométrica, monitorados ao longo do ano de 2013. As variáveis analisadas foram: sólidos totais, sólidos suspensos totais, demanda química de oxigênio, fósforo total e teor de óleos e graxas. Foi realizada a avaliação dos eventos de precipitação/escoamento, mediante amostragem progressiva do runoff, monitorado por meio de amostrador automático (ISCO 6712, situado no exutório da bacia, sendo analisados os primeiros 24 minutos do escoamento superficial, com amostras coletadas a cada minuto ao longo do evento. A variação da concentração dos poluentes associada à variação temporal dos deflúvios durante eventos de precipitação foi analisada para a verificação da ocorrência do fenômeno first flush ou primeira carga de lavagem. O período monitorado caracterizou-se por apresentar baixo intervalo de dias de estiagem entre os eventos. Foi observada a ocorrência de primeira carga de lavagem em cinco dos eventos monitorados. Dessa forma, evidenciou-se que para a bacia estudada o conceito de first flush pode ser aplicado nas estratégias de manejo de águas pluviais, para implementação de boas práticas de manejo, que vêm sendo amplamente difundidas no que concerne à drenagem urbana.

  16. COMPARTIMENTAÇÃO FLUVIOMORFOMÉTRICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CHAPECÓ, PRIMEIRA APROXIMAÇÃO.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafaela Harumi Fujita

    2017-08-01

    Full Text Available O intuito desse trabalho foi compartimentar a bacia hidrográfica do rio Chapecó a partir de análises fluviomorfométricas, delineadas no perfil longitudinal e aplicação do índice de Hack ( gradient index. A área de estudo faz parte do sistema fluvial Uruguai e está localizada no Planalto das Araucárias, integralmente no estado de Santa Catarina. O rio Chapecó possui uma extensão de 425 km e altitudes que variam de 1300 a 240 m, ao longo de seu perfil longitudinal apresenta trechos em equilíbrio e desajustes fluviais de ascensão e subsidência e várias rupturas de declive, que representam grande interesse geoturístico. Foram identificadas anomalias de 1ª e 2ª ordem ambas relacionadas a forte influencia estrutural. A presença das anomalias de 1ª ordem nas regiões de saltos e cachoeiras, somadas as áreas de solos mais espessos remetem a processos neotectônicos. Como primeira aproximação a bacia do rio Chapecó foi dividida em 3 compartimentos C1, C2 e C3, sendo C1 e C3 blocos ascendentes e C2 um bloco subsidente. 

  17. TENSÕES E CONFLITOS NA GOVERNANÇA DOS RECURSOS HÍDRICOS AMAZÔNICOS TRANSFRONTEIRIÇOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Mello Sant'Anna

    2012-08-01

    Full Text Available Este trabalho analisa as tensões e conflitos sociais existentes na governança dos recursos hídricos transfronteiriços amazônicos, e faz um estudo de duas regiões amazônicas, a região MAP (na fronteira entre Peru, Brasil e Bolívia e a bacia do rio Napo (na fronteira entre Equador e Peru. Nestas regiões estão sendo implementados projetos pilotos de gerenciamento integrado dos recursos hídricos transfronteiriços, que fazem parte de um projeto maior de gestão dos recursos hídricos da bacia amazônica como um todo. Desta forma, busca-se analisar por meio de pesquisa bibliográfica, documental e por dados gerados em campo, estas duas iniciativas de projetos pilotos de gerenciamento integrado dos recursos hídricos transfronteiriços da bacia amazônica.

  18. FORMAÇÃO DE BACIA HIDROGRÁFICA ANTRÓPICA NO SISTEMA FLUVIAL DO RIO GAVIÃO NO SUDOESTE DA BAHIA A PARTIR DA PERENIZAÇÃO DO SEU FLUXO DE ÁGUA

    OpenAIRE

    Alves de Oliveira, Manoel

    2012-01-01

    A construção de reservatórios de água na bacia hidrográfica do rio Gavião por órgãos federal, estaduais e municipais altera a dinâmica do ambiente no sistema. Nesse sentido, este texto tem como objetivo apresentar ao XIII Encontro de Geógrafos da América Latina aspectos das modificações ambientais e sociais verificadas nessa bacia hidrográfica. A análise é delimitada por hipótese que aponta a construção de reservatórios de água (barragens, açudes, tanques e aguadas) como fato gerador de bacia...

  19. TENDÊNCIAS HIDROLÓGICAS NO ALTO CURSO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO UBERABA, EM MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vítor de Oliveira Santos

    2016-06-01

    Full Text Available O aumento da demanda hídrica por parte das médias e grandes cidades brasileiras tem gerado preocupações no poder público quanto ao abastecimento urbano. Na contramão do aumento da demanda por água, os sistemas hídricos parecem não mais suprir as necessidades impostas pela sociedade, sobretudo nos períodos de estiagem. A bacia hidrográfica do rio Uberaba ilustra esse cenário pois vem sofrendo escassez hídrica desde o início dos anos 2000. Desde então percebe-se a realização de medidas urgentes como a transposição das águas do rio Claro para suprir a demanda hídrica da cidade de Uberaba, além da criação da Área de Proteção Ambiental – APA rio Uberaba. Este trabalho tem como objetivo central analisar estatisticamente, através de testes de tendência, séries históricas de vazão no âmbito do alto curso do rio Uberaba. Justifica-se a escolha do alto curso do referido rio como objeto de estudo o fato de o abastecimento público do município de Uberaba ser realizado dentro de seus limites. Como método utilizou-se os testes de regressão linear, Mann-Kendall, Mann-Kendall Sazonal, Curvatura de Sen e o teste de homogeneidade de Pettitt. Os resultados indicam paulatina redução das vazões de estiagem e ligeiro aumento das vazões máximas.

  20. Aplicação da técnica de avaliação do terreno e análise da fragilidade ambiental da bacia hidrográfica do Rio Almada - LANDFORM MAPPING AND ENVIRONMENTAL FRAGILITY ASSESSMENT IN ALMADA RIVER HYDROGRAPHICAL BASIN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilson Santos Silva

    2010-11-01

    Full Text Available Este trabalho objetiva a aplicação da técnica de avaliação do terreno e análise da fragilidade ambiental da bacia hidrográfica do Rio Almada (BHRA, localizada na Região Sul do Estado da Bahia. Para tanto, o método adotado inicialmente se utiliza da aplicação da técnica de avaliação do terreno, tendo em vista a compartimentação da bacia em sistemas e unidades de relevo. Em seguida, dados de declividade, solos e uso e ocupação do solo são avaliados no sentido do conhecimento de suas fragilidades ambientais. Por fim, para cada um dos sistemas e unidades de relevos mapeados foi delineado o seu quadro de fragilidade ambiental, contextualizando, dessa forma, as potencialidades e limitações de diferentes unidades territoriais da BHRA. Os resultados encontrados apresentam um cenário em que a classe de fragilidade ambiental baixa representa 15,34% da bacia e possui maior representatividade nos sistemas de terreno Planície Litorânea e Rio Paraíso. A classe de média fragilidade é a de maior expressão na BHRA (69,14% e em todos os sistemas de terreno da BHRA, representando mais de 60% de cobertura dos mesmos. Já as classes de alta a muito alta fragilidade, quando somadas, englobam aproximadamente 15,52% de toda a área da BHRA, e distribuem-se, com maior representatividade, em áreas do sistema Almadina-Coaraci, em virtude do atual processo de ocupação por pastagens.

  1. Enquadramento dos corpos d’água e cobrança pelo uso da água na bacia do rio Pirapama - PE Water body classification and raw water charges in the Pirapama River Basin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Selma Cristina da Silva

    2006-12-01

    Full Text Available Neste artigo são apresentados os cenários de melhoria da qualidade da água para a bacia do rio Pirapama, localizada na Região Metropolitana do Recife, vinculados ao que dispõe o enquadramento dos corpos d’água segundo as Classes 1, 2 e 3 estipuladas pela Resolução CONAMA nº 357/05. Com base nesses cenários foram definidos os custos marginais de medida de redução da poluição que subsidiaram a concepção de um sistema de cobrança pelo lançamento de efluentes, o qual encontra respaldo legal na Lei nº 9.433/97 da Política Nacional de Recursos Hídricos. Os cenários foram simulados com o Sistema de Apoio à Decisão para o Controle Integrado de Poluição (SAD-CIP desenvolvido pelo Banco Mundial. Os resultados indicaram que para atender aos objetivos de qualidade (Classe 2, as fontes potencialmente poluidoras devem realizar o Tratamento Secundário e Terciário nas águas residuárias. O valor mais adequado a ser cobrado dos poluidores seria de US$ 320,00/ton de DBO lançada no rio.This paper establishes water quality improvement scenarios for an area of Pirapama River Basin in Recife Metropolitan Region, Brazil. This scenarios are related to Brazilian water body quality goals (defined by CONAMA Directive number 357/05. Based on those scenarios, pollution control marginal costs are calculated in order to simulate a water effluent system charge according to Brazilian Water Resources Policy (Law nº 9.433/97. The Decision Support System for Integrated Pollution Control (DSS-IPC, developed by the World Bank, was chosen for performing the simulations. The outcomes showed that in the studied area, the river does not comply with CONAMA Directive number 357/05, which establishes Class 2 for the main stream. Secondary and Tertiary treatments are needed to reach such Class and the water effluent system charge presents US$ 320.00/ton as a viable value to be charged.

  2. Evento extremo de chuva-vazão na bacia hidrográfica do rio Araguari, Amapá, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alan Cavalcanti da Cunha

    2014-12-01

    Full Text Available O objetivo da investigação foi analisar vazões extremas ocorridas entre 9 e 14 de abril de 2011 na bacia do Rio Araguari-AP. A metodologia consistiu de três etapas principais: 1 re-análise da precipitação estimada pelo Modelo BRAMS (Brazilian in Development Regional Atmospheric Model System,utilizando como suporte a sinótica do mesmo período; 2 análise de vazão nas seções de monitoramento hidrológico em Porto Platon, Capivara e Serra do Navio (ADCP-Accustic Doppler Profiller Current; 3 análise estatística da série histórica de vazões máximas em Porto Platon utilizando distribuição de Gumbel. Observou-se que o modelo BRAMS capturou parcialmente o padrão do sistema de precipitação quando comparado com a análise sinótica e com os dados da literatura, mas demandando ainda otimização na representação de respostas hidrológicas extremas. Em Porto Platon foi registrada uma vazão recorde de 4036 m3/s, cujo comportamento foi analisado sob a ótica dos mecanismos disponíveis de monitoramento no Estado. Concluiu-se que tais eventos extremos são pouco detectáveis e oferecem riscos consideráveis aos usuários da bacia. A previsão de vazão, baseada na série hidrológica disponível, era de 100 anos de retorno, mas as análises revelaram que este período seria de 360 anos, indicando significativa fragilidade do sistema de previsão de eventos extremos no Estado.

  3. EVOLUÇÃO GEOMORFOLÓGICA DO RIO GRANDE, RJ: INFLUÊNCIAS GEOLÓGICAS E CAPTURAS DE DRENAGEM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Wagner Paixão Pinto

    2018-04-01

    Full Text Available A análise dos sistemas fluviais são de extrema importância na compreensão da evolução geomorfológica da paisagem, pois possuem características, seja no seu arranjo ou distribuição dos canais, que permitem elaborar os episódios que ocorreram ao longo do tempo. A quebra do continente Gondwana e seus múltiplos eventos até a consolidação do Rift Continental do Sudeste do Brasil (RCSB implicou em uma mudança significativa no relevo sudeste e, consequentemente, nos sistemas de drenagens. Isto promoveu a reorganização dos sistemas de drenagens e uma nova dinâmica hidro-erosiva pelo rebaixado do nível de base na porção leste do continente. Diante do exposto, selecionou-se como estudo de caso a bacia do Rio Grande no Rio de Janeiro com o objetivo principal de entender o processo de evolução geomorfológica da bacia, a partir da organização da rede de drenagem e feições elementares da bacia frente aos eventos geológicos de formação e estruturação do substrato rochoso. A metodologia utilizada se baseia em trabalhos de gabinete, de campo e posterior análise dos dados gerados. Estes procedimentos visaram compreender a evolução do relevo na bacia do Rio Grande com base na correlação entre aspectos geológicos e geomorfológicos na organização do seu sistema fluvial. Pode-se inferir que a evolução geomorfológica da bacia do Rio Grande foi influenciada pelos múltiplos eventos tectônicos até a consolidação do RCSB. Os dados demonstram forte controle do substrato rochoso na morfologia do relevo e na orientação da rede de drenagem. Os resultados das orientações dos fluxos de drenagem demonstram grande quantidade de rios nas orientações NE, assim como, boa parte dos lineamentos estruturais na bacia estudada. Destaca-se, a influência dos lineamentos minerais das rochas, principalmente os gnaisses da Unidade São Fidélis para este comportamento. Além disso, lineamentos estruturais em outras dire

  4. Análise comparativa de metodologias aplicadas à delimitação da bacia hidrográfica do Rio Doce – RN / Comparative analysis of methodologies applied to the demarcation of the basin of Rio Doce - RN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franklin Roberto da Costa

    2016-12-01

    Full Text Available A bacia hidrográfica é considerada um recorte geográfico importante para o planejamento ambiental. A sua precisa delimitação permite realizar um planejamento adequado para ocupação e uso correto pela sociedade. Nesse sentido, o presente trabalho tem como objetivo realizar uma análise comparativa visual das delimitações automáticas realizadas com os programas TauDEM, SAGA e TERRAHIDRO, bem como da delimitação por análise visual, com as delimitações oficiais do SEMARH - RN e a ANA (ottobacia nível 05, visando redefinir e atualizar os limites da bacia hidrográfica do Rio Doce/RN. Para fazer a delimitação utilizaram-se os dados de elevação do terreno do banco de dados geomorfométricos do Brasil, TOPODATA, hidrografia das cartas topográficas da SUDENE, na escala 1:100.000, imagens do Google Earth. Os dados foram trabalhados nos SIGs QGIS 2.14 Essen e o Terraview hidro 0.4.1. Os resultados mostraram que a delimitação por análise visual e a automática utilizando a plataforma TERRAHIDRO identificaram os limites da bacia em suas áreas aplainadas. Já o TauDEM e o SAGA identificaram um paleocanal do rio Doce, direcionando, assim o ponto exutório da bacia. Entende-se que o TERRAHIDRO apresentou o melhor resultado para a delimitação da bacia, propondo-se seu uso para pesquisas relacionadas à bacia em escalas média e grande.

  5. Estudo da conceituação e implementação de vias sanitárias em Belém: o caso da bacia de drenagem Estrada Nova

    OpenAIRE

    LIMA, Henrique Nazareno Santos

    2004-01-01

    Busca aperfeiçoar um conceito utilizado na engenharia sanitária aplicado a princípios de projetos de vias marginais de canais, pequenas vielas de dificil acesso e vias que conduzem coletores troncais do sistema de esgoto sanitário chamado de via sanitária. Utiliza um estudo de caso na cidade de Belém: a bacia da Estrada Nova, caracterizando seu funcionamento e relacionando-os com a situação urbanística dos bairros contidos no território da bacia, a partir da legislação de uso e controle da oc...

  6. COMPARTIMENTAÇÃO MORFOMÉTRICA DA BACIA DO RIO COCO COMO SUBSÍDIO A ANÁLISE DE FRAGILIDADE AMBIENTAL

    OpenAIRE

    Almeida, Rejane Freitas Benevides; Bayer, Maximiliano; Ferreira Júnior, Laerte Guimarães

    2016-01-01

    Resumo O presente estudo teve como objetivo realizar a compartimentação morfométrica da Bacia Hidrográfica do Rio Coco. Para tanto, foi realizada a digitalização manual da hidrografia na escala 1:5.000 no ArcGis 10.1 a partir de imagens do satélite RapidEye, sendo utilizada a metodologia proposta por Strahler (1952) para a hierarquização da rede de drenagem. A compartimentação da bacia foi realizada no ArcGis 10.1 com base em análises da drenagem na paisagem (hidrografia e relevo). Foram defi...

  7. Calibração e validação do modelo SWAT para simulação hidrológica em uma bacia hidrográfica do litoral norte catarinense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Éverton Blainski

    2017-03-01

    Full Text Available Os estudos hidrológicos em bacias experimentais têm sido realizados devido à necessidade de compreensão dos processos que controlam o movimento da água e sedimentos e seus impactos na disponibilidade e qualidade das águas. Os modelos hidrológicos são ferramentas com alto potencial para a simulação de cenários hipotéticos em diferentes escalas. Assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar a eficácia do modelo SWAT para representação do fluxo hidrossedimentológico em uma bacia hidrográfica catarinense a partir dos procedimentos usuais de calibração e validação. O estudo foi realizado na bacia do rio Camboriú com uma área de 195 km². Na análise do desempenho do modelo comparou-se os dados de vazão e sólidos transportados medidos e simulados na seção de controle. Os resultados obtidos atestaram a capacidade do SWAT para as simulações hidrossedimentológicas nessa bacia. Entretanto, foi preciso realizar a sua calibração para que as simulações atendessem os critérios de qualidade estabelecidos. Após a calibração, observou-se uma tendência de subestimativa das variáveis simuladas, porém, dentro de limites aceitáveis. Além disso, foi possível comprovar a eficiência do modelo para simulação das curvas de permanência das variáveis estudadas, caracterizando o SWAT como uma ferramenta importante na gestão de bacias hidrográficas como a do rio Camboriú.

  8. UM OLHAR SOBRE O PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃO DA PAISAGEM NA BACIA DO RIO SANTA ROSA (NW DO RS), DE 1915 ATÉ OS DIAS ATUAIS

    OpenAIRE

    Adriana Fátima Canova Motter

    2011-01-01

    Esta pesquisa teve por objetivo analisar a transformação da paisagem no que se refere ao manejo com a floresta, ao uso do solo e dos recursos hídricos na bacia hidrográfica do rio Santa Rosa (NW do RS), a partir de 1915; quando do início da colonização e ocupação do espaço por imigrantes europeus e seus descendentes. Partiu-se da hipótese de que a ideia de progresso, para os imigrantes, esteve associada à abertura de áreas agrícolas nas regiões de florestas nativas. A partir disso...

  9. DIAGNÓSTICO DA EXPANSÃO AGROPECUÁRIA NA BACIA DO RIO UBERABA, VERÍSSIMO – MG, UTILIZANDO-SE DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alisson Mendonça de Almeida

    2013-07-01

    Full Text Available Esta monografia objetiva apresentar o diagnóstico agropecuário na bacia do rio Uberaba dentro do município de Verissimo – MG. O espaço temporal deste diagnóstico ambiental compreendeu o período de 1975 a 2010. Para isto, elaboraram-se os mapas de uso e ocupação do solo através dos softwares ENVI 4.0 e Idrisi The Andes 15.0 onde, pelo comando do Land Change Modeler- LCM fez-se uma previsão para o ano de 2050da degradação ambiental. O LCM mostra projeções estimadas de redução de aproximadamente 70% na área de mata nativa provocada pelo avanço das atividades agropecuárias. O aumento na área de mata nativa comprovada em 2010, se deve ao fato, da recomposição vegetal em áreas de maior declividade, ou seja, são áreas, em que o emprego de máquinas agrícolas se torna inviáveis, pois topograficamente são regiões de relevo montanhoso. Os mapas de ganhos e perdas na agricultura e na pastagem e também o mapa da transição da agricultura para pastagem, revelam que a pecuária foi a atividade econômica que mais se alastrou na bacia do rio Uberaba no município de Veríssimo-MG.

  10. Ocupação Urbana de Rio das Ostras: Elementos Definidores e os Impactos nos Recursos Hídricos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Laura Monnerat Gomes

    2010-11-01

    Full Text Available Na década de 1950, o território de Rio das Ostras começou a ser dividido em loteamentos, voltados principalmente para o turismo. A partir da década de 1990, ocorre o grande impulso demográfico para a região, principalmente devido à descoberta de petróleo na Bacia de Campos e a instalação da Petrobras em Macaé. A ocupação humana desordenada, sem planejamento e obediência às legislações ambiental e urbana, aliada à apropriação não sustentável dos recursos naturais, leva ao esgotamento dos ecossistemas naturais existentes. Este artigo aborda os elementos definidores da ocupação urbana e os impactos na bacia do rio das Ostras.

  11. Simulação da variabilidade espacial da erosão hídrica em uma sub-bacia hidrográfica de Latossolos no sul de Minas Gerais Simulation of water erosion spatial variability in a watershed representative of oxisols in southern Minas Gerais State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Marciano da Silva

    2008-10-01

    Full Text Available A simulação da distribuição espacial da erosão do solo consiste em uma ferramenta poderosa para o planejamento conservacionista em bacias hidrográficas, sendo uma importante aplicação da Equação Universal de Perdas de Solo (EUPS associada a princípios de interpolação espacial, principalmente a geoestatística. Este trabalho objetivou simular a distribuição espacial da erosão hídrica numa sub-bacia hidrográfica da região do Alto Rio Grande (MG, aplicando ferramentas geoestatísticas para distribuição espacial e mapeamento. Diferentes cenários de uso do solo foram analisados. A erosão foi estimada com base na EUPS aplicada a células, considerando as unidades pedológicas e diferentes usos em cada célula. O fator topográfico (LS das células foi obtido com base no Modelo Digital de Elevação da sub-bacia, identificando comprimento e direção principal do escoamento. A erosividade média anual da região é de 8.030 MJ mm ha-1 h-1 ano-1, e a erodibilidade dos solos foi extraída da literatura. A EUPS foi aplicada a cada célula, levando-se em conta a situação atual do solo, áreas degradadas plantadas com eucalipto, pastagem plantada e plantio convencional de milho, considerando a ocupação de toda a sub-bacia hidrográfica. Na situação atual, a sub-bacia apresenta taxas de erosão inferiores aos limites de tolerância para os respectivos solos, com exceção das áreas degradadas ocupadas por eucalipto e pastagem em Cambissolo. No entanto, em todas as situações analisadas, seu lado leste apresentou as maiores perdas de solo, especialmente para os cenários de eucalipto nas condições atuais e plantio convencional de milho em Cambissolo e Latossolo Vermelho-Amarelo, sendo necessária a aplicação de técnicas conservacionistas.Simulation of water erosion spatial distribution is an important tool for soil conservation planning in watersheds, being an important application of the Universal Soil Loss Equation (USLE

  12. Morfotectônica da Bacia Hidrográfica do Rio Bonito, Petrópolis, RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Delgado Mendes

    2007-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é investigar o papel das estruturas subjacentes associadas à evolução tectônica regional e o seu reflexo na geomorfologia, a partir de uma abordagem morfotectônica na bacia do rio Bonito, localizada no extremo norte do município de Petrópolis, Planalto Serrano do Estado do Rio de Janeiro. As estruturas identificadas na área correspondem a falhas e famílias de juntas, que estão relacionadas com as descontinuidades de caráter regional e diretamente associadas ao contexto geológico regional ao qual se inserem, exibindo condições significativamente marcadas pelos processos vinculados à ruptura continental e abertura do Oceano Atlântico, iniciados a partir do Jurássico Superior, especialmente pela reativação de descontinuidades preexistentes. O controle tectônico-estrutural se reflete na compartimentação morfotectônica a partir (ada integração dos dados estruturais, da análise dos lineamentos da rede de drenagem, que definem trends de lineamentos que correspondem a estruturas identificadas e medidas, (b do relevo, que apresenta escalonamentos e o desenvolvimento de vales suspensos, e (c da distribuição espacial da cobertura sedimentar que reproduz a complexidade de feições observadas tanto no contexto local quanto no regional. Dessa maneira, tendo como princípio que a tectônica influencia diretamente a evolução da paisagem, os dados obtidos mostram uma interferência direta das estruturas na compartimentação morfotectônica e na dinâmica e evolução da paisagem da área em estudo.

  13. Mapeamento da Fragilidade Ambiental na Bacia do Rio Aldeia Velha, RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivana Cola Valle

    Full Text Available RESUMO Este trabalho apresenta um modelo para determinar a fragilidade ambiental em bacias hidrográficas. O estudo foi realizado na Bacia do Rio Aldeia Velha, RJ, localizada na zona de contato e transição entre a baixada litorânea e o relevo montanhoso da Serra do Mar. Fatores que influenciam a ocorrência de processos erosivos foram integrados por algoritmos em um SIG para construção de classes de fragilidade. A análise multicriterial considerou o modelo numérico de terreno, dados oficiais sobre variáveis ambientais, imagem orbital de alta resolução e a opinião de especialistas. Através de informações secundárias sobre pedologia, intensidade das chuvas e declividade do terreno gerou-se o Mapa de Fragilidade Potencial (MFP. Através da combinação desse mapa com informações sobre uso e cobertura da terra obteve-se o Mapa da Fragilidade Emergente (MFE. Os resultados mostram que mais de 70% da área da bacia possui fragilidade ambiental considerada alta ou muito alta, tanto potencial como emergente. Os Processos Erosivos Aparentes (PEA relacionaram-se positivamente com as áreas de alta fragilidade nos produtos cartográficos finais, destacando regiões mais propensas à intensificação de movimentos de massa e prioritárias para prevenção contra perda de solo. Os modelos geraram informações importantes para o planejamento territorial, possibilitando um zoneamento acessível e de fácil atualização para as prefeituras municipais e organizações da sociedade civil, inclusive para o monitoramento das áreas de alta fragilidade ambiental.

  14. Dinocistos Quaternários Produzidos por Células Móveis de Dinoflagelados Potencialmente Tóxicas Depositados no Talude Médio da Região de Albacora da Bacia de Campos RJ/Brasil.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaqueline Torres de Souza

    2007-07-01

    Full Text Available A evolução do Quaternário marinho brasileirotem sido consideravelmente estudada nas regiõescosteiras, o que não ocorre no talude continental, queé pouco conhecido. A exploração na Bacia de Campostem se voltado cada vez mais para reservatórios deáguas profundas visando a descoberta de novasreservas de hidrocarbonetos. Entretanto, poucas são asinformações extraídas do estudo do microplâncton deparede orgânica, em especial os dinocistos, presentenos sedimentos quaternários de águas profundas daBacia de Campos, de grande interesse para a indústriade petróleo. As determinações dos parâmetrospaleoceanográficos e suas variações no taluderecente são valiosas ferramentas a serem utilizadasna modelagem de depósitos de águas profundas etêm aplicação imediata na construção de modelospreditivos no Mioceno e mesmo no Oligoceno. Anecessidade de melhorar a preparação de amostrasde testemunhos de idade holocênica e pleistocênicada Bacia de Campos possibilitou realizar este estudodirecionado a taxonomia das espécies de dinocistosdo período Quaternário, visando melhor entender apaleoecologia desses organismos, paleoceanografiae paleoambiente da área estudada. Além do estudotaxonômico, foram estimadas as assembléias dedinocistos uma vez que respondem melhor ao fatorpaleonutriente, paleoprodutividade, paleossalinidadee paleotemperatura. Um aspecto inédito abordado nopresente trabalho foi a averiguação de afinidade entreos dinocistos quaternários com as respectivas célulasmóveis de dinoflagelados recentes, muitos dos quaispotencialmente produtores de toxinas. Essa idéiasurgiu após o XI Congresso Brasileiro de Ficologia& Simpósio Latino-americano Sobre Algas Nocivasonde participaram estudantes e pesquisadores daárea de biologia e geologia. Viu-se então umaexperiência excelente e de grande oportunidadepara união de esforços multi e interdisciplinares emárea tão pouco estudada. O estudo foi realizado emtr

  15. GOEMORFOLOGIA FLUVIAL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DE ONDAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ossifleres Silva Damasceno

    2011-10-01

    Full Text Available Os estudos de Geomorfologia Fluvial para analise de Bacias Hidrográficas vêm tendo nos últimos tempos grande importância, tanto para se conhecer as características de determinadas bacias como para se planejar o uso de tais recursos. Neste sentido, este trabalho foi efetuado no intuito de somar aos estudos anteriormente executados nessa bacia, levantando algumas características geomorfológicas, o uso e ocupação atual. Palavras-chaves: geomorfologia fluvial, hidrografia, agricultura irrigada.

  16. Avaliação da qualidade da água da bacia do rio Pirapó – Maringá, Estado do Paraná, por meio de parâmetros físicos, químicos e microbiológicos - DOI: 10.4025/actascitechnol.v30i1.3199

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Cristina Alves

    2008-05-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo monitorar a qualidade da água da bacia do rio Pirapó, principal fonte de abastecimento do município de Maringá, Estado do Paraná, e região. Foram estabelecidos cinco pontos de amostragem localizados à jusante dos principais ribeirões e córregos da bacia. A coleta das amostras foi realizada de forma pontual no ponto central da seção do rio, mensalmente, no período de abril/2005 a abril/2006. A qualidade da água foi avaliada por indicadores estabelecidos pela Resolução Conama nº 357/2005. Na avaliação dos parâmetros, foi possível indicar duas principais fontes poluidoras. A primeira é a exploração do solo, que se estende até às margens do rio, desprovida de mata ciliar, que ocasiona o transporte, principalmente, em períodos chuvosos, de sedimentos e nutrientes ao corpo d´água. A segunda é o lançamento clandestino de esgoto doméstico, apontado como o responsável pelos elevados índices de matéria orgânica e coliforme encontrados no corpo receptor.

  17. AMPLIAÇÃO DE AMBIENTES RIPÁRIOS COMO ALTERNATIVA ÀS RESERVAS LEGAIS: CONCILIANDO POLÍTICA FLORESTAL E CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NO BIOMA CERRADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barbara Rocha Pinto Bonnet

    2007-06-01

    Full Text Available Partindo do princípio da indissociabilidade entre a gestãoterritorial da cobertura vegetal nativa e dos recursoshídricos, este trabalho compara as condições dedesmatamento em ecossistemas ripários e seu entorno,em relação ao cenário de desmatamento por baciashidrográficas nas meso-regiões de Goiás. Observa-seum decréscimo gradual de cobertura no Norte, Leste,Noroeste, Sul e Centro Goiano, nesta ordem. O déficitde cobertura vegetal diminui de 65,87%, ao longo e interceptandoas drenagens, para 61,97% em um buffermarginal e 49,87% das bacias com pelo menos 10.000ha, o que indica maior comprometimento de ambientesripários pela conversão de terras. Para atenuar este déficit,é proposta como alternativa à reserva legal a recomposiçãode um buffer de 100 m de vegetação emtorno dos cursos d’água, adicionalmente às áreas depreservação permanente, o que aumentaria em pelo menos7,01% os remanescentes florestais em Goiás e noDistrito Federal. Da mesma forma, ações neste sentidoprivilegiariam a cobertura vegetal dentro das bacias hidrográficasob efetiva demanda hídrica e a formação decorredores florestais. Por fim, discute-se a possibilidadede integração de instrumentos de gestão territorial e derecursos hídricos.

  18. Composição específica e abundância da ictiofauna do rio dos Padres, bacia do rio Iguaçu, Brasil = Specific composition and abundance of the ichthyofauna from Padres’ river, Iguaçu river basin, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandro Gasparetto Bifi

    2006-07-01

    Full Text Available A composição e estrutura das comunidades de peixes podem ser consideradas como indicadores ecológicos e ambientais, constituindo-se desta forma como ferramenta para o manejo de bacias hidrográficas. O presente estudo objetivou levantar informaçõessobre a composição específica e abundância da ictiofauna do rio dos Padres. Foram realizadas amostragens trimestrais pelo método da pesca elétrica em dois pontos de coleta, um próximo à nascente e outro nas proximidades da foz. As coletas resultaram na captura de 7.026 exemplares pertencentes a 12 espécies distribuídas em sete famílias. A nascente apresentou uma alta densidade em número de indivíduos e menores valores de diversidade, eqüitabilidade e riqueza de espécies em relação à foz. O levantamento da composição específica e abundância da ictiofauna de um rio é de grande importância, por fornecer subsídio a futuros manejos e monitoramentos, tanto da comunidade aquática quanto do ambiente.The composition and structure of fish community can be considered ecological and environmental indicators. The present study aimed to survey information about the specific composition and abundance of theichthyofauna from Padres’ River. Quarterly samplings were accomplished by the method of the electrofishing in two sample sites, one close to the headwater and another in the proximities of the mouth. The collections resulted in the capture of 7026 specimens belonging to 12 species, which, in turn, fit in seven different families. The headwater presented a high density in number of individuals and smaller values of diversity, evenness and richness of species in relation to the mouth. The raising of the specific composition and abundance of the ichthyofauna of a river is of great importance for supplying subsidy to future managements and accompaniment, as much of the aquatic community as of the environment.

  19. Soil loss risk and habitat quality in streams of a meso-scale river basin Risco de perda de solo e qualidade do habitat numa bacia hidrográfica de meso-escala

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Marco da Silva

    2007-08-01

    Full Text Available Soil loss expectation and possible relationships among soil erosion, riparian vegetation and water quality were studied in the São José dos Dourados River basin, State of São Paulo, Brazil. Through Geographic Information System (GIS resources and technology, Soil Loss Expectation (SLE data obtained using the Universal Soil Loss Equation (USLE model were analyzed. For the whole catchment area and for the 30 m buffer strips of the streams of 22 randomly selected catchments, the predominant land use and habitat quality were studied. Owing mainly to the high soil erodibility, the river basin is highly susceptible to erosive processes. Habitat quality analyses revealed that the superficial water from the catchments is not chemically impacted but suffers physical damage. A high chemical purity is observed since there are no urban areas along the catchments. The water is physically poor because of high rates of sediment delivery and the almost nonexistence of riparian vegetation.Expectativa de perda de solo e possíveis relações entre erosão, vegetação ripária e qualidade da água foram estudados na bacia do rio São José dos Dourados (SP. Através de recursos de geoprocessamento e da Equação Universal de Perda de Solos, os dados sobre expectativa de perda de solo foram levantados. Para a área de drenagem total e a faixa tampão dos corpos d'água de 22 sub-bacias aleatoriamente selecionadas, analisou-se a cobertura do solo predominante e qualidade do habitat. Devido principalmente à alta erodibilidade do solo, a área estudada é altamente suscetível ao processo erosivo. As análises de qualidade da água revelaram que as águas superficiais das sub-bacias estão quimicamente não impactadas, mas fisicamente degradadas. A alta pureza química deve-se, possivelmente, à ausência de áreas urbanizadas ao longo das sub-bacias e as alterações nas características físicas são, possivelmente, decorrentes das altas taxas de transfer

  20. Integração entre medidas de controle de enchentes e o aproveitamento social do espaço urbano na bacia do rio Jacaré – município do Rio de Janeiro.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana de Souza Bragança

    2016-12-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo propor uma abordagem sistêmica referente ao manejo de águas pluviais na bacia hidrográfica do rio Jacaré, localizado no Rio de Janeiro/RJ, contemplando um reservatório de detenção off-line aberto, com área total de 16.000 m² e profundidade de 3 m, operado por gravidade, para controle de enchentes na bacia. O hidrograma de projeto foi determinado pelo método do Soil Conservation Service (SCS, para tempos de recorrência de 5, 10 e 25 anos com duração crítica equivalente ao tempo de concentração. As vazões de pico obtidas, para os tempos de recorrência avaliados, foram de 38,78 m³/s, 50,15 m³/s e 68,82 m³/s, respectivamente. O routing do reservatório, obtido através do Método Modificado de Puls, resultou em amortecimento de 86% para um tempo de recorrência de 5 anos, 71% para 10 anos e 54% para 25 anos. O reservatório proposto foi idealizado de modo a permitir usos múltiplos e a integração com o espaço urbano, a partir da adequação da bacia de deten¬ção em uma quadra de futebol de grama, além de uma área de vivência, um espaço de lazer para crianças e de exercícios para ido¬sos. Desta forma, seria possível agregar valor social à comunidade local.

  1. Tempo e Espaço Guarani: um estudo acerca da ocupação, cronologia e dinâmica de movimentação pré-colonial na Bacia do Rio Taquari/Antas, Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Schneider

    Full Text Available Resumo Neste artigo foram analisadas as relações espaciais e temporais da ocupação Guarani pré-colonial na Bacia do Rio Taquari/Antas a partir da delimitação do perímetro da ocupação e seu estabelecimento na paisagem, da cronologia intrasítio e regional e de discussões referentes às movimentações espaciais. A partir dos resultados foram mapeados 121 sítios Guarani na porção centro-sul da Bacia, em um perímetro de várzeas que circundou as terras altas do Planalto das Araucárias, demonstrando tratar-se de uma ocupação regional longa, entre os séculos XIV e XVIII. O estabelecimento teria ocorrido a partir da conexão entre o Rio Jacuí e o Rio Taquari/Antas, em uma expansão compulsória do sul para o norte, observando-se assentamentos contemporâneos em todo o perímetro e sítios com fatores de alta permanência. Tal dinâmica justificar-se-ia a partir de um controle consciente do ambiente, permitindo, por um lado, a manutenção das aldeias, e, por outro, o crescimento demográfico e novas expansões. Além da motivação demográfica, inferiu-se a possibilidade de que os limites da ocupação Guarani na região tenham sido estabelecidos de forma igualmente consciente a partir de um pulso de expansão inicial e posterior estabilidade, configurando-se a ocupação compulsória como uma estratégia de manutenção política do território.

  2. Indicadores socioeconômicos e gestão ambiental nos municípios da bacia hidrográfica do rio Apodi-Mossoró, RN / Socio-economic indicators and environmental management in the municipalities of the river Apodi-Mossoró watershed, state of Rio Grande do Norte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Guimarães de Carvalho, ,

    2011-04-01

    Full Text Available O presente artigo apresenta os resultados da sistematização de indicadores socioeconômicos e de gestão ambiental referentes aos 51 municípios que compõem a área da bacia hidrográfica do rio Apodi-Mossoró, estado do Rio Grande do Norte. O principal objetivo foi produzir um diagnóstico relacional entre o índice de pressão socioeconômica e o índice de gestão ambiental que sirva como parâmetro comparativo e avaliativo para a promoção de políticas públicas para o fortalecimento da gestão ambiental nos municípios. Os métodos e técnicas se baseiam no tratamento estatístico dos dados e no uso de um sistema de informações geográficas como suporte para a interpretação espacial dos resultados.

  3. Herbicidas no alto rio Poxim, Sergipe e os riscos de contaminação dos recursos hídricos Herbicides in the upper Poxim river, Sergipe, and the risk of contamination of water resources

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Brandão Britto

    2012-06-01

    Full Text Available A crescente atividade agrícola em áreas de mananciais tem causado preocupações quanto à contaminação por herbicidas em áreas agrícolas. O problema se torna mais importante quando a contaminação pode afetar a água para uso humano, como ocorre com a água do Rio Poxim, que abastece a cidade de Aracaju, capital do Estado de Sergipe. O objetivo do estudo foi avaliar o risco de contaminação de águas superficiais e subterrâneas por herbicidas no alto da Sub-bacia do Rio Poxim e detectar a presença dos princípios ativos Diuron e Ametrina, à montante das plantações de cana-de-açúcar. A análise de risco foi realizada mediante critérios da Environmental Protection Agency (EPA, índice de GUS e método de GOSS. Observou-se que vários princípios ativos sofrem risco de lixiviação, demonstrando a importância do monitoramento do rio para controle tanto da qualidade da água como da frequência e volume de herbicidas aplicado na região. A partir do resultado, foi realizado um monitoramento bimensal de julho de 2009 a julho de 2010, em dois pontos de amostragem. As amostras de água foram analisadas em laboratório, onde se, constatou a presença de Diuron e Ametrina. A qualidade da água na Sub-bacia do Rio Poxim está sendo influenciada pelo uso de herbicidas na região. Ocorreu um aumento nas concentrações dos herbicidas na água superficial, durante o período chuvoso, provocado possivelmente pelo escoamento superficial.Increased agricultural activity in watershed areas has been causing concern over contamination by herbicides in agricultural areas. The problem becomes more important when contamination can affect water for human consumption, as happens with water from the Poxim river, which supplies the city of Aracaju, capital of the State of Sergipe. The aim of this study was to evaluate the risk of contamination by herbicides to both surface and groundwater in the upper sub-basin of the Poxim River, and to detect the

  4. Copepod parasites of Curimatella lepidura (Characiformes, Curimatidae from the Três Marias Reservoir, Brazil Copépodes parasitos de Curimatella lepidura (Characiformes, Curimatidae do reservatório de Três Marias, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.C. Albuquerque

    2008-10-01

    Full Text Available Copépodes ergasilídeos coletados nas brânquias de Curimatella lepidura do reservatório de Três Marias, alto rio São Francisco, Minas Gerais, Brasil e identificados como Miracetyma etimaruya e Ergasilus sp., constituem o primeiro registro de parasitos nesse peixe forrageiro e endêmico. A ocorrência foi independente do sexo e do tamanho dos peixes. A distribuição geográfica conhecida das espécies de Miracetyma Malta, 1993, restrita à bacia do rio Amazonas, é ampliada neste estudo para a bacia do rio São Francisco.

  5. Estado da Arte nos Quitinozoários: Designação da Ordem, Afinidades Biológicas, Paleoambiente e Breve Histórico no Âmbito das Bacias do Amazonas e do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hilda Leonor Coevas de Azevedo-Soares

    2005-01-01

    Full Text Available Interpretados sob diversas óticas variando conforme o pensamento científico dos pesquisadores, os quitinozoários constituem um grupo enigmático tanto no que diz respeito ao seu significado como as suas afinidades biológicas. Distribuídos desde o Ordoviciano (Tremadociano até o final Devoniano, estes organismos são hoje ferramentas primordiais na datação desses estratos assim como na prospecção de depósitos de combustíveis fósseis. O presente trabalho levantará, portanto, aspectos da atualidade sobre o estado da arte dos quitinozoários tendo como base à designação da ordem Chitinozoa criada por A. Eisenack em 1931 e posteriormente reformulada pelo mesmo em 1972, com a divisão nas ordens Prosomatifera e Operculifera. Além de suas possíveis afinidades biológicas (filogenia com outros grupos fósseis e viventes como rotíferos e cnidários. No Brasil estes ocorrem desde o final do Ordoviciano? ao Devoniano, desta feita traçaremos um breve histórico sobre os trabalhos desenvolvidos nos últimos cinqüenta anos em duas de suas principais bacias paleozóicas: Amazonas e Paraná.

  6. A dinâmica atmosférica na vertente oriental da bacia do alto rio Paraná e a gênese das chuvas - DOI: 10.4025/actascitechnol.v30i2.5498

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor da Assunção Borsato

    2008-10-01

    Full Text Available O ritmo dos sistemas atmosféricos e a intensidade variam no tempo e no espaço. Por isso, para caracterizar a dinâmica climática de uma região é necessário estudar a dinâmica das massas de ar ao longo de uma série. Estudaram-se, por meio da dinâmica das massas de ar, a participação dos sistemas atmosféricos atuantes e as porcentagens das chuvas convectivas e frontais ao longo da vertente oriental da bacia do alto rio Paraná. Verificou-se que, nessa vertente, nos meses mais frios, predomina a atuação da massa tropical Atlântica e da polar Atlântica. Nos meses mais quentes, além de predominar a atuação dos sistemas de baixa pressão equatorial continental e tropical continental, têm-se as chuvas convectivas. Verificou-se, também, progressivo aumento na participação das chuvas convectivas, a partir da década de 1990, corroborando a teoria das mudanças climáticas.

  7. ESTUDO DA ALTERAÇÃO ANTRÓPICA (HEMEROBIA) DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO MOURÃO – PR

    OpenAIRE

    Mezzomo, Maristela Moresco; Gasparini, Géssica Silva

    2016-01-01

    As transformações da paisagem desenvolvidas por atividades antrópicas podem ocasionar inúmeros problemas como desequilíbrio nos ecossistemas, erosão de solos e assoreamento de rios. Uma das ferramentas para verificar a pressão das ações do ser humano na paisagem se dá por meio do conceito de hemerobia. Neste sentido, o objetivo deste artigo é apresentar a definição de graus de dependência energética e tecnológica (hemerobia) da bacia hidrográfica do rio Mourão - PR, visando auxiliar o planeja...

  8. Fish community structure of Juramento reservoir, São Francisco River basin, Minas Gerais, Brazil Estrutura da comunidade de peixes do reservatório de Juramento, bacia do Rio São Francisco, Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André R. M. Silva

    2006-09-01

    Full Text Available Many rivers in Brazil as the São Francisco (SFR have been impounded for reservoirs construction purposes. However, there is a lack of knowledge on their fish fauna in many areas, including headwaters. The present study aimed to describe the fish community structure from Juramento reservoir, located on Juramento River, a branch of SFR basin. Six bimonthly samplings were made in four different sites. Gill and cast nets, beach seines and sieves were used to collect fish. Ecological indexes as well as the relationship between fish abundance and some limnological variables were determined. 3288 fish belonging to 33 species (16.5% of the total described for SFR basin were captured, being 75.7% Characiformes, 18.1% Siluriformes, 3% Cyprinodontiformes and 3% Gymnotiformes. Only two non-native species, 'tamboatá' - Hoplosternum littorale (Hancock, 1828 and 'trairão' - Hoplias lacerdae Ribeiro, 1908 were found. The highest catches in number occurred in the dry period (March-October and the lowest one in the wet season (November-February. Diversity was higher at Barragem station and richness did not vary between reservoir zones. Five migratory species were found downstream of the dam (four exclusively there, whereas only the 'curimbatá-pioa' - Prochilodus costatus Valenciennes, 1850 occurred in the reservoir. The low observed correlations between fish abundance and the limnological variables utilized suggest that the local fish fauna is not strongly affected by their variation.No Brasil, vários rios, como os da bacia do São Francisco (RSF, são barrados para a formação de reservatórios. Entretanto, o estudo desta ictiofauna, especialmente a dos rios de cabeceira, ainda deixa a desejar. O presente estudo descreveu a estrutura da ictiofauna do reservatório de Juramento, Rio Juramento, bacia do RSF. Foram realizadas seis coletas bimestrais em quatro locais empregando-se redes de emalhar, tarrafas, arrastões e peneiras. Foram determinados

  9. Variabilidade do vento na bacia hidrográfi ca do rio São Francisco durante a ocorrência da ZCAS / Variability of the wind in the hidrographic basin of the São Francisco river during ZCAS occurrence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Djane Fonseca da Silva

    2008-05-01

    Full Text Available O rio São Francisco é um dos rios brasileiros mais extensos e sua importância também está no volume de água transportado por ele através da região semi-árida, na sua contribuição histórica e econômica para fi xação das populações ribeirinhas e na criação das cidades hoje plantadas ao longo do vale. O principal mecanismo produtor de chuvas sobre a bacia do rio São Francisco é a Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS. A intensidade e direção do vento são variáveis de grande interesse nos estudos de balanço de água. Portanto, o presente trabalho tem como objetivo estudar a climatologia do vento e sua variabilidade na bacia do rio São Francisco. Foram utilizados dados mensais de ventos, componentes zonal e meridional, oriundos da Reanálise do NCEP/NCAR no período de 1982-1994, em três faixas de longitude (40ºW, 42,5ºW e 45ºW entre as latitudes de 25ºS e 5ºS. Observou-se que nas longitudes de 42,5ºW e 45ºW, a posição média da ZCAS está em torno de 20º S. Também foi observado que a posição da ZCAS apresenta uma grande variabilidade interanual, pois, de dezembro/1982 a fevereiro/1983 a ZCAS posicionou-se ao sul de 25ºS, enquanto no período de dezembro/1988 a fevereiro/1989 estava em torno de 15ºS. O posicionamento médio meridional da ZCAS em torno de 20º é de fundamental importância para produção de chuva sobre a bacia do rio São Francisco.

  10. Modelagem de distribuição geográfica potencial de macrófitas aquáticas em bacias hidrográficas

    OpenAIRE

    Cancian, Leonardo Farage [UNESP

    2012-01-01

    Compreender a distribuição espacial dos organismos e as variáveis que influenciam essa distribuição é de grande importância para se compreender a ecologia das espécies assim como para elaboração de estratégias de conservação de biodiversidade e gestão ambiental. Dessa forma esse estudo teve como objetivo modelar a distribuição geográfica potencial de macrófitas aquáticas em uma bacia hidrográfica. Esse estudo foi conduzido na bacia hidrográfica do rio Itanhaém, litoral sul do estado de São Pa...

  11. Registro Fossílifero das Raias (Chondrichtes-Batomorphi em Bacias Sedimentares Brasileiras.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paloma Tâmega da Silva Abreu Moreira

    2007-07-01

    Full Text Available A classe dos Chondrichthyes é representadapelos Elasmobranchii (tubarões e raias e Holocephali(quimeras. A presença de fósseis de raias em baciassedimentares brasileiras é conhecida desde o séculoXIX, sendo representadas atualmente por seisfamílias. São estruturas de difícil preservação, sendo,portanto raras no registro fossilífero. A grande maioriados registros é de espinhos e dentes, mas ocorrênciasextraordinárias de exemplares quase completos deraias e tubarão foram encontradas na Chapada doAraripe, nordeste do Brasil. A primeira espécie foidescrita da bacia de Pernambuco e posteriormentemais três espécies foram assinaladas nas baciasde Sergipe, Pernambuco e Araripe. O restante domaterial é conhecido apenas em nível de gêneroou família. Com base na literatura, foi realizadoum inventário destas ocorrências, pertencentes aoacervo de várias instituições de pesquisa, permitindorecuperar e atualizar as informações, sistematizandoas ocorrências e o material depositado nas diversascoleções. No Museu de Ciências da Terra/DNPM,Rio de Janeiro foram encontrados 69 dentes isolados,provenientes das bacias de Pernambuco, Sergipe ePirabas e um exemplar quase completo da bacia doAraripe. Constam sete placas dentárias, 118 dentese quatro espinhos caudais provenientes das baciasde São Luís, Pirabas, Acre, Pernambuco, Sergipee Pelotas. Dentre os gêneros estudados, os maisrepresentativos são: Myliobatis sp. com 60 dentes eRhombodus binkhorsti com 52 dentes.

  12. A bacia hidrográfica como unidade fundamental de análise da paisagem: a Bacia do Pacuí e a sua relação com a Bacia do São Francisco

    OpenAIRE

    Maria Ivete Soares de Almeida

    2015-01-01

    Este artigo procura entender a bacia hidrográfica como unidade espacial e básica na análise do ambiente, ficando implícita a adoção da visão integrada da paisagem e do meio ambiente. Neste sentido, apresenta uma breve revisão teórica sobre a evolução dos estudos sobre as bacias hidrográficas. Esta discussão se faz necessária para o entendimento de como o conceito bacia hidrográfica tem sido trabalhado na geografia. A seguir é feita uma contextualização da paisagem da Bacia do Pacuí e a sua re...

  13. Fatores intervenientes no processo de enquadramento: o caso da bacia hidrográfica do Rio Verde

    OpenAIRE

    Mundim, Rodrigo Antônio di Lorenzo

    2011-01-01

    A gestão de recursos hídricos vem sendo aplicada no Brasil, de períodos anteriores ao Código das Águas de 1934, porém, somente em 1997 com a promulgação da Lei 9433 os instrumentos de gestão foram instituídos. Foram estabelecidos seis instrumentos, no qual dois são voltados para o planejamento dos usos das águas, sendo o enquadramento de corpos de água, um destes instrumentos e ele o objeto de estudo desta dissertação. A escolha pela análise do enquadramento das águas superficiais da bacia do...

  14. VARIABILIDADE DAS CHUVAS NA VERTENTE PARANAENSE DA BACIA DO RIO PARANAPANEMA - 1999-2000 A 2009-2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinicius Carmello

    2015-06-01

    Full Text Available Os investimentos no campo vêm sendo ampliados ao longo das últimas décadas, sobretudo pela justificativa de se minimizar as repercussões, ditas “naturais”, no território agrícola ocupado. O objetivo deste artigo é analisar a variabilidade das chuvas na vertente paranaense da bacia do rio Paranapanema em período de safra de soja (outubro – abril. Para tanto, foram aplicadas duas técnicas estatísticas: Mann-Kendall e Percentil, com o intuito de estudar a tendência e a variabilidade dos totais anuais de chuva da série histórica entre os anos 1999-2000 a 2009-2010. Para isso utilizou-se dados de precipitação de 89 postos pluviométricos administrados pelo Instituto das Águas do Paraná. Ademais, definiram-se períodos extremamente secos, secos, habituais, chuvosos e extremamente chuvosos, representados em um painel tempo-espacial. Quanto ao teste de Mann-Kendall: 13 postos pluviométricos apresentaram tendência positiva de aumento das chuvas. No que se refere aos resultados mais expressivos relacionados à variabilidade da chuva anual acumulada, concluiu-se que o ano agrícola de 1999–2000 foi definido como padrão seco, em contraposição ao ano agrícola chuvoso de 2009–2010. Os valores de produtividade de soja utilizados para medir o impacto desses períodos extremos também evidenciam variações em resposta aos registros pluviométricos de cada ano.

  15. Atividades de lactato desidrogenase e malato desidrogenase de Astyanax bimaculatus (lambari da bacia hidrográfica do rio Una como biomarcadoras de impacto ambiental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anne Caroline Ribeiro

    2015-11-01

    Full Text Available Os peixes vivem todo o ciclo de vida na água e recebem a influência dos seus componentes físico-químicos e biológicos ao longo do tempo. As atividades de lactato desidrogenase (LDH e malato desidrogenase (MDH de organismos aquáticos podem ser alteradas devido à presença de poluentes na água. O objetivo deste estudo foi determinar se as atividades de LDH e MDH nas brânquias e no fígado de Astyanax bimaculatus (lambari do rabo amarelo podem ser utilizadas como biomarcadoras do impacto ambiental na bacia hidrográfica do rio Una (SP. Para isso, esses lambaris foram coletados em três corpos d’água dessa bacia, denominados p1 (rio Itaim, p2 (córrego à beira da Estrada Municipal de Remédios e p3 (lago na Estrada Municipal Dr. José Luiz Cembranelli. As brânquias e o fígado foram homogeneizados e, a seguir, esse material foi centrifugado e o sobrenadante foi utilizado para determinação das atividades de LDH e MDH, através do método espectrofotométrico que determina a taxa de oxidação de NADH. As atividades de LDH e MDH no fígado e de MDH branquial não foram estatisticamente diferentes nos lambaris coletados nos três locais. No tecido branquial a atividade de LDH foi inferior nos peixes de p3 em relação aos de p1. Essa inibição da atividade de LDH, bem como a qualidade inferior da água nesse ponto, sugerem a ocorrência de poluentes nessa água. Conclui-se que LDH branquial de lambari possui potencial para utilização como marcador bioquímico de impacto ambiental no rio Una.

  16. Influência das características morfométricas da bacia hidrográfica do rio Benevente nas enchentes no município de Alfredo Chaves-ES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Simões Lorenzon

    2015-01-01

    Full Text Available As enchentes afetam a vida de milhares de pessoas em todo o mundo e suas causas podem estar relacionadas tanto com fatores naturais como antrópicos. O objetivo do trabalho foi avaliar se a morfometria da bacia do rio Benevente tem relação com as enchentes ocorridas no município de Alfredo Chaves, ES. A base de dados consistiu de um modelo digital de elevação (ASTER, da rede hidrográfica vetorial do IBGE e de uma série histórica de 40 anos de precipitação diária. Os parâmetros morfométricos foram obtidos por meio de Sistemas de Informações Geográficas (SIG. A área de estudo possui uma forma alongada, relevo fortemente ondulado e declividade média da bacia de 42,75%. A altitude variou de 480 a 1.591 m. Novembro, dezembro e janeiro foram os meses de maior precipitação, com média mensal de 246,7, 261,5 e 204,2 mm, respectivamente. Conclui-se que a alta declividade da bacia e do rio principal, aliada à intensificação do uso e ocupação do solo, exerce expressiva influência sobre o escoamento superficial na bacia, aumentando as chances de ocorrência de picos de enchentes.

  17. Mapeamento de áreas de inundação na sub-bacia do córrego Horizonte, município de Alegre, ES. Mapping areas of flooding in Horizonte stream sub-basin, municipality of Alegre, ES.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafaela da SILVEIRA

    2013-12-01

    Full Text Available Inundação é um evento natural, entretanto vem ocasionando cada vez mais danos humanos e materiais. O mapeamento das áreas inundáveis é importante para eliminar os riscos de ocorrência do fenômeno e estabelecer o uso adequado de determinados locais da bacia. O objetivo deste trabalho foi delimitar as áreas de risco na sub-bacia do córrego Horizonte, pertencente ao município de Alegre, ES. Para o mapeamento das áreas sujeitas à inundação foi utilizada a metodologia proposta por Saaty (1977 e os mapas foram confeccionados pelo aplicativo ArcGIS. Os resultados evidenciam que a declividade do terreno aliada à hidrografia e altitude, são importantes parâmetros de determinação de áreas propícias à inundação. Na sub-bacia em estudo, a região sul apresenta médio risco, sendo observado o contrário na região norte.Flooding is a natural event, however it is causing more and more casualties and damage. The mapping of the wetlands is important to eliminate the risk of occurrence of the phenomenon and to determine the appropriate use of certain areas of the basin. The aim of this study was to define risk areas in the Horizonte stream subbasin, belonging to the municipality of Alegre, ES. For the mapping of areas subject to flooding the methodology proposed by Saaty (1977 was used and the maps were made by ArcGIS application. The results show that the land declivity combined with hydrography and altitude are important parameters for determining the flood prone areas. In the studied sub-basin, the southern region has average risk, whereas the opposite was observed in the north.

  18. BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO QUILOMBO: DEJETOS DE SUÍNOS E IMPACTOS AMBIENTAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiola Oro ASSIS

    2004-12-01

    Full Text Available Esta pesquisa procurou mostrar o impacto ambiental causado pelos dejetos de suínos na Bacia Hidrográfica do Rio Quilombo, no município de Quilombo – SC. Foram realizados levantamentos de dados, através de visitas a campo e pesquisas bibliográficas. Procurou-se esclarecer a atual situação da atividade suinícola, uma vez que esta atividade está presente na maioria das propriedades rurais do município, empregando basicamente mão-de-obra familiar e constituindose em fonte de renda. Embora trazendo benefícios para o produtor, a criação de suínos nesta bacia não utiliza práticas que garantam um destino adequado aos dejetos. Hydrographic basin of Quilombo river: swinish dejection and environmental impact Abstract This research showed the environmental impact caused by the swinish dejection in the hydrographic basin of Quilombo River in the municipality of Quilombo-SC. An information survey has been held through field research and bibliography. It shows the current situation about the hog raising activitys, this activy happens in most rural properties in the municipality, which is basic family manual labor which is a source of income. Although it brings benefits for the producer, the swinish ireation in this basin is not correctly practiced concerning swinish dejection.

  19. Modelagem de atributos físico-hídricos do solo numa bacia hidrográfica da região do Alto Rio Grande, MG Physical-hydric soil attribute modeling in a watershed in the region of alto Rio Grande, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Rogério de Mello

    2007-10-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou desenvolver modelos para estimativa dos atributos físico-hídricos do solo porosidade drenável (PD e capacidade total de retenção de água (CTA, com base em atributos físicos de fácil e rápida obtenção (textura, argila dispersa em água, volume total de poros, densidade do solo e densidade de partícula e a determinação de matéria orgânica. Os atributos foram coletados na bacia hidrográfica do Ribeirão Marcela, na camada de 0 a 15 cm, obedecendo aos grids de 240 x 240 e 60 x 60 m, totalizando 165 pontos amostrados. Trabalhou-se com regressão múltipla linear, constituindo-se variáveis por meio da combinação dos diferentes atributos entre si e estimando os respectivos coeficientes pelo método dos mínimos quadrados, utilizando-se o programa SAS for Windows. Os modelos gerados para CTA e PD apresentaram boa qualidade estatística, com elevados coeficientes de determinação, baixos erros de estimativa e variáveis significativas, o que permitiu sua aplicação na estimativa desses atributos na bacia hidrográfica do Ribeirão Marcela, representativa do domínio dos Latossolos na região do Alto Rio Grande, fornecendo assim subsídios para implantação de projetos agrícolas e ambientais, especialmente no auxílio à parametrização de modelos de simulação hidrossedimentológica, os quais estão em desenvolvimento para aplicação na região.This study aimed to develop models to estimate the two physical-hydric soil attributes, drainable porosity (PD and water holding capacity (CTA, based on easily and quickly measured physical attributes (particle-size distribution, water dispersible clay, total porosity, bulk density and particle density. Disturbed and undisturbed soil samples were collected in the Ribeirão Marcela watershed, from the of 0-15 cm layer, in grids of 240 x 240 and 60 x 60 m, totaling 165 sample points. Linear multiple regression was applied, using variables that combined the

  20. Trophic state and microorganisms community of major sub-basins of the middle Rio Doce basin, southeast Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauricio Mello Petrucio

    2005-07-01

    Full Text Available Total phosphorus concentration was used to define the trophic state of the main sub-basins of the middle Rio Doce, in Minas Gerais State (southeast Brazil and physical, chemical, and microbiological variables of water were analyzed during 2000 to 2001. The study evaluated changes in water quality caused by seasonality and human activities. Water temperature, conductivity, pH, total alkalinity, dissolved oxygen, and concentrations of NH4-N, NO2-N, NO3-N, total-N, PO4-P, total-P, DOC, and chlorophyll-a were measured in seven rivers stretches (sampling stations. Total yeasts, faecal and total coliforms, and heterotrophic bacteria were also determined. The studied areas were considered to be under oligotrophic to eutrophic conditions. The variables that presented highest positive correlation with faecal coliforms were total-P and total-N, and heterotrophic bacteria density was identified as a good parameter to differentiate the ecosystems. These results suggested the inclusion of the trophic level and the distinct activities within a watershed as important elements when proposing conservation and restoration areas.A concentração de fósforo total foi utilizada para determinar o grau de trofia das principais sub-bacias do trecho médio da bacia do Rio Doce, em Minas Gerais, e variáveis físicas, químicas e microbiológicas da água foram analisadas nos períodos de chuva e seca durante os anos de 2000 e 2001. O estudo visou determinar mudanças na qualidade da água causadas pela sazonalidade e por diferentes atividades antrópicas. As áreas estudadas variaram de oligotróficas a eutróficas. As variáveis que apresentaram as maiores correlações positivas com a densidades de coliformes fecais foram as concentrações de nitrogênio e fósforo total, além disso, bactérias heterotróficas mostrou-se capaz de diferenciar os ambientes. Estes resultados sugerem a inclusão do grau de trofia e da caracterização das atividades antrópicas na

  1. Calibração e validação do modelo SWAT para simulação hidrológica em uma bacia hidrográfica do litoral norte catarinense

    OpenAIRE

    Blainski, Éverton; Acosta, Eileen; Nogueira, Patrícia Carvalho do Prado

    2017-01-01

    Resumo Os estudos hidrológicos em bacias experimentais têm sido realizados devido à necessidade de compreensão dos processos que controlam o movimento da água e sedimentos e seus impactos na disponibilidade e qualidade das águas. Os modelos hidrológicos são ferramentas com alto potencial para a simulação de cenários hipotéticos em diferentes escalas. Assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar a eficácia do modelo SWAT para representação do fluxo hidrossedimentológico em uma bacia hidrográfi...

  2. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do rio Debossan, Nova Friburgo, RJ Morphometric characterization of Debossan river watershed, Nova Firburgo, RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiany Araujo Cardoso

    2006-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi fazer a caracterização morfométrica a partir de alguns parâmetros físicos da bacia hidrográfica do rio Debossan, Nova Friburgo, RJ. Para isso, gerou-se inicialmente o Modelo Digital de Elevação Hidrologicamente Consistente (MDEHC a partir de cartas topográficas do IBGE, na escala 1:50.000, utilizando o sistema de informações geográficas, através dos softwares ArcVIEW e Arc/INFO. A partir do MDEHC, foram calculados alguns parâmetros morfométricos para o estudo do comportamento hidrológico da bacia. A área de drenagem encontrada foi de 9,9156 km² e o perímetro, de 17,684 km. A bacia hidrográfica do rio Debossan tem formato alongado, coeficiente de compacidade de 1,5842, fator de forma de 0,3285 e índice de circularidade de 0,3985. A densidade de drenagem obtida para a bacia foi de 2,3579 km/km². A forma mais alongada da bacia hidrográfica indica que a precipitação pluviométrica sobre ela se concentra em diferentes pontos, concorrendo para amenizar a influência da intensidade de chuvas, as quais poderiam causar maiores variações da vazão do curso d'água.The objective of this work was to perform a morphometric characterization based on some physical parameters. In order to do so, a Hydrologically Consistent Digital Elevation Model (HCDEM was generated from IBGE topographical maps, scale 1:50.000, using as database and analysis the system of geographic information, by means of the ArcVIEW and Arc/INFO version 8.3 systems. From this, some morphometric parameters of a previous study on the hydrologic behavior of the watershed were calculated. The drainage area was 9,9156 Km² and 17,684 km in perimeter. The Debossan river watershed was proven not easily subject to floods as the compacity coefficient was far from the unit (1.5842 and its shape factor presented a low value (0.3285. Such fact can still be proven by the circularity index value (0.3985. The drainage density was 2,3579 Km

  3. ESTIMATIVA DA EROSÃO ATUAL DA BACIA DO RIO PARACATU (MG / GO / DF ESTIMATE OF THE CURRENT EROSION OF THE PARACATU RIVER BASIN, BRAZIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valtercides Cavalcante da Silva

    2007-09-01

    Full Text Available

    A equação universal de perda de solo (EUPS é amplamente utilizada na predição de perda de solo e na definição de práticas adequadas de manejo em vertentes individuais. Contudo, alguns fatores da equação são de difícil obtenção em bacias hidrográficas, como é o caso do fator de comprimento de vertente (fator L. Neste sentido, aplicou-se a EUPS para análise de uma bacia hidrográfica de médio porte, a bacia do Rio Paracatu. Em termos específicos, este trabalho visou o emprego da metodologia de cálculo automático do fator L, desenvolvido por Desmet & Govers (1996, com o suporte de um sistema de informações geográficas (SIG. Essa metodologia foi empregada na estimativa da erosão atual. Mapas temáticos existentes, juntamente com informações sobre solos, uso da terra, relevo e clima, foram utilizados para a obtenção de coberturas, que cruzadas no SIG, produziram mapas de erosão atual. Na estimativa da perda de solo, verificou-se que 67,2% da área total da bacia do Rio Paracatu ainda se encontram dentro da tolerância de perda de solo (inferior a 10 t.ha-1/ano. A adaptação do cálculo do fator de comprimento de vertente (L, seguindo a metodologia de Desmet & Govers (1996, que considera o fluxo acumulado, teve resultado satisfatório. A metodologia empregada mostrouse válida, uma vez que os aportes de sedimentos anuais calculados em seções onde havia dados sedimentométricos, ficaram próximos dos valores observados.

    PALAVRAS-CHAVE: Erosão; EUPS; fator L; SIG.

    The universal soil loss equation (USLE is widely used all over the world in the prediction of soil loss and in the definition of best management practices of single slopes. However, despite its potential of application, a few factors of the equation are difficult to obtain, such

  4. Regionalização da vazão Q95: comparação de métodos para a bacia hidrográfica do Rio Taquari-Antas, RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kássia Regina Bazzo

    2017-09-01

    Full Text Available A baixa densidade espacial da rede hidrométrica nacional tem resultado em grandes limitações para a representação do comportamento dos recursos hídricos. Dessa forma, a regionalização de vazões é uma alternativa para melhor explorar os dados já existentes, transferindo informações de um local para outro dentro de uma área com comportamento hidrológico semelhante. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar as estimativas da vazão mínima de permanência Q95 obtidas através dos métodos Tradicional e Conservação de Massas na bacia do Rio Taquari-Antas, pertencente ao Estado do Rio Grande do Sul, visando auxiliar o planejamento dos recursos hídricos, além de facilitar as tomadas de decisão em relação aos processos de outorga do direito de uso das águas. Como variável explicativa para a regressão matemática foi utilizada a área de drenagem proveniente do Modelo Digital de Elevação Hidrograficamente Condicionado (MDEHC. Foram obtidas as equações de regionalização da vazão de referência Q95 e as respectivas regiões hidrologicamente homogêneas para os dois métodos testados, sendo a magnitude dos erros relativos inerente às metodologias empregadas. Consideradas as particularidades deste trabalho, ambos os métodos avaliados apresentaram resultados satisfatórios na obtenção de modelos para estimativa da vazão Q95, entretanto destaca-se que as técnicas aplicadas não substituem as informações hidrológicas obtidas com uma rede hidrométrica suficientemente densa.

  5. Análise de aspectos socioeconômicos e tecnológicos da agropecuária na Bacia Hidrográfica do Rio Mogi Guaçu Social-economic analyse and technologic aspects of the agriculture at the Mogi Guaçu River Hydrographic Basin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marianna S. Zibordi

    2006-08-01

    Full Text Available Atualmente, com a ocorrência de problemas ambientais e a necessidade de conservação e preservação, a gestão dos territórios de Bacias Hidrográficas apresenta extrema importância. O objetivo do trabalho é levantar e analisar dados socioeconômicos e tecnológicos da Bacia Hidrográfica do Rio Mogi Guaçu - SP, bem como fornecer subsídios para a gestão agropecuária, agrupando os municípios com características semelhantes para os dados levantados, o que poderá orientar ações conjuntas na gestão da Bacia Hidrográfica. Foram levantados dados primários e secundários, sendo utilizados os métodos da análise fatorial em componentes principais e da classificação automática hierárquica, bem como um Sistema de Informações Geográficas para representar os dados por meio de banco de dados georreferenciado. As principais características que contribuíram para o agrupamento dos municípios foram: área agrícola, presença efetiva de cultura semiperene nas unidades de produção agropecuária (upas, pecuária, concentração de upas com áreas de até 50 ha, número de tratores e valor total da produção agropecuária do município. Grupos relativamente homogêneos de municípios foram constituídos e, nesse sentido, reuniões de municípios com características e problemáticas similares podem ser efetuadas, buscando alternativas participativas e conjuntas para o desenvolvimento regional.Currently, owing to the occurrence of environmental problems, along with the need of environmental preservation, both the territory management of Hydrographic Basin and the conservation of natural resources have proven to have remarkable importance. Thus, the mean goal of the research is to raise and scrutinize social-economic and technologic data from the Mogi Guaçu River Hydrographic Basin (São Paulo, Brazil. The aim is to group municipalities with similar characteristics regarding the collected data, which may direct joint actions in the

  6. MAPEAMENTO DA FRAGILIDADE AMBIENTAL NA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO MATILDE CUÊ, MARECHAL CÂNDIDO RONDON – PR

    OpenAIRE

    Bade, Maicol Rafael; da Rocha, Anderson Sandro; da Cunha, José Edézio

    2014-01-01

    Estudos para verificar a fragilidade ambiental e o uso e ocupação dos solos têm sido indicados como necessários para a compreensão do meio ambiente. Visando contribuir com esta temática, esta pesquisa tem a finalidade de mapear e analisar a fragilidade ambiental na Bacia Hidrográfica do Córrego Matilde Cuê, Marechal Cândido Rondon-PR. A distribuição das classes de uso do solo com estreitas relações com as condições geoecológicas da área pode ser justificada pelas ocupações urbanas dos setores...

  7. ZONEAMENTO AGROECOLÓGICO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIOCOLÔNIA-BAHIA.

    OpenAIRE

    Souza, Cristiano Marcelo Pereira de; Silva, Keyth Fabianne Machado Cordulino da; Moreau, Ana Maria Souza dos Santos; Fontes, Ednice de Oliveira; Moreau, Mauricio Santana; Góes, Liliane Matos

    2011-01-01

    O trabalho analisa as condições socioeconômicas e a sustentabilidade ambiental no processo de uso e ocupação do solo na Bacia Hidrográfica do Rio Colônia (BHRCol), no período compreendido entre os anos 1970 e 2008, com vistas a elaboração de um zoneamento agroecológico. A caracterização da produção pecuária, principal atividade econômica instalada na região, foi organizada com dados estatísticos, a partir da década de 70, representados por produção leiteira e de gado de corte, preço dos produ...

  8. DESENVOLVIMENTO DE REDES DE CANAIS E PIRATARIA DE ÁGUA SUBTERRÂNEA: BACIA DO RIO DO BANANAL (RJ/SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Jorge Vaitsman Leal

    2015-03-01

    Full Text Available Desde 1982, a bacia do rio do Bananal (512 km2, que drena o reverso da escarpa Atlântica da serra do Mar (localmente denominada serra da Bocaina, constituiu-se em área-laboratório de pesquisas de campo de natureza hidro-geomorfológica e geoecológica, fornecendo subsídios para a modelagem funcional e histórica da expansão de redes de canais em vales de cabeceiras de drenagem. Ao longo das últimas três décadas foram conduzidas mensurações do crescimento de um caso típico de canal inciso (tipo voçoroca resultante da erosão por exfiltração de água subterrânea. Enquanto o canal-tronco permaneceu relativamente estável nesse período, observou-se o crescimento de dois canais-dígitos, um dos quais bifurcou próximo à cabeça do canal-tronco, mostrando aceleração das taxas de recuo com a aproximação do divisor. Este último fato contrariou o esperado na medida em que a literatura apontava que a redução da área de contribuição a montante da cabeça de canal tenderia a desacelerar a atividade erosiva até sua estabilização final. Isto abriu a hipótese de que estaria ocorrendo migração de fluxo do vale de cabeceira vizinho, o que foi traduzido como “pirataria” de água subterrânea. Neste trabalho buscou-se testar tal possibilidade, visando compreender melhor a relação entre a expansão da rede de canais e o comportamento da rede de fluxos d’água subterrânea local. Para tanto, utilizou-se a modelagem numérica de fluxos subterrâneos, arbitrando-se uma profundidade limite da rocha impermeável em 25 m por aproximação aos dados de campo. Alguns cenários foram reproduzidos a partir do conhecimento sobre a evolução geomorfológica da região. Os resultados da modelagem mostraram que o crescimento da rede de canais promove mudanças na orientação da rede de fluxos d’água subterrânea, podendo concentrar parte da rede de fluxos dos vales de cabeceiras vizinhas, configurando-se uma “pirataria de

  9. VARIAÇÕES DO NÍVEL RELATIVO DO MAR DURANTE O HOLOCENO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO UNA, REGIÃO DE CABO FRIO - RIO DE JANEIRO: ASPECTOS SEDIMENTOLÓGICOS, FACIOLÓGICOS E GEOCRONOLÓGICOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Meneguci Cunha

    2017-03-01

    Full Text Available As Flutuações do nível do mar e mudanças climáticas durante o Holoceno foram importante para construção e evolução das paisagens sedimentares costeiras. As  variações do nível relativo do mar são identificadas através de indicadores geológicos, biológicos e arqueológicos. Objetiva-se identificar indicadores geológicos dessas variações na bacia hidrográfica do rio Una, região dos Lagos Fluminenses, Rio de Janeiro. Como procedimento metodológico elaborou-se seis perfis estratigráficos em diferentes pontos, envolvendo, análises sedimentológicas e faciológicos, combinadas, em todas as fases da pesquisa, a um controle sistemático de campo. Em laboratório elaborou-se tabelas de fácies sedimentares, contendo atributos referente a diagnose, cor, geometria, contato, estrutura sedimentar e conteúdo fossilífero. As idade obtidas ao radiocarbono variam entre 6330 a 4.800 cal anos A.P. Resultados sugerem que o processo sedimentar mais representativo em termos de conteúdo fossilífero foram deposições de conchas de moluscos no optimum climático holocênico, definido como periodo interglacial.  

  10. Saneamento básico e saúde pública na Bacia Hidrográfica do Riacho Reginaldo em Maceió, Alagoas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suzana de Araújo Silva

    2017-08-01

    Full Text Available RESUMO As bacias hidrográficas urbanas apresentam uma realidade muito complexa no que se refere à qualidade das águas, geralmente afetadas pela carência dos serviços de saneamento, com consequências diretas sobre a saúde da população. A bacia do riacho Reginaldo em Maceió, Alagoas, apresenta grande variação espacial nos padrões da prestação dos serviços de saneamento básico e, consequentemente, grande variação nos indicadores de salubridade ambiental que impactam na incidência de doenças de veiculação hídrica. Este trabalho buscou relacionar ocorrência e incidência de doenças de veiculação hídrica com o Índice de Salubridade Ambiental (ISA. O ISA utilizado baseia-se na ocorrência, magnitude e abrangência de alagamentos e na qualidade e abrangência da prestação dos serviços de abastecimento de água, esgotamento sanitário e coleta de resíduos sólidos. Os resultados indicam uma relação entre os indicadores que compõem o ISA e a incidência de doenças específicas (relacionadas a determinado componente do ISA, mas mostram também que a resolução espacial e a forma de obtenção dos indicadores primários afetam substancialmente os resultados. Os resultados mostram, também, que a forma de obtenção dos dados é determinante para permitir identificar com clareza qual é o componente do saneamento básico que mais interfere na ocorrência e incidência de determinada doença, bem como a sua abrangência espacial. Na área estudada, os maiores números de diagnoses recaem principalmente sobre dengue, hepatites e leptospirose, com incidência majoritária da dengue. Os resultados são apresentados em mapa, com divisão por setor censitário.

  11. Variações ecomorfológicas e de uso de habitat em Piabina argentea (Characiformes, Characidae da bacia do Rio das Velhas, Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília G. Leal

    2013-09-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo investigar os padrões local e regional de uso de habitat de Piabina argentea Reinhardt, 1867 em quatro diferentes rios da bacia do rio das Velhas. Os habitat amostrados foram caracterizados quanto à velocidade da água, profundidade e tipo de substrato. Para a análise ecomorfológica, foram calculados 17 atributos ecomorfológicos de 40 exemplares de cada rio. Embora estas populações tenham se sobreposto no espaço ecomorfológico, a Análise Discriminante Canônica mostrou haver diferença significativa entre elas, principalmente da população do rio das Velhas em relação às demais. A separação se deu em termos do índice de compressão, altura relativa do corpo e índice de achatamento ventral. Os padrões locais de seleção de habitat não foram congruentes em todos os rios, mas em geral, houve predomínio do padrão regional: habitat lênticos, profundidade entre 20 e 40 cm e 60 e 80 cm e substrato areia, silte+argila e banco de folhas. Considerando as características físicas de cada rio e o padrão regional da espécie, a maior parte dos seus requerimentos de habitat é contemplada nos quatro rios. Entretanto, um corpo d'água assoreado como o trecho do rio das Velhas, tende a ter maiores velocidades da água, menores profundidades e substrato finos, o que atende em parte à seleção de habitat da espécie estudada.

  12. Coscinodiscophyceae, Fragilariophyceae e Bacillariophyceae (Achnanthales dos rios Ivaí, São João e dos Patos, bacia hidrográfica do rio Ivaí, município de Prudentópolis, PR, Brasil Coscinodiscophyceae, Fragilariophyceae and Bacillariophyceae (Achnanthales of the Ivaí, São João and Patos rivers in the Ivaí basin, Prudentópolis, Paraná State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Ferrari

    2007-06-01

    Full Text Available Realizou-se o levantamento florístico das Coscinodiscophyceae, Fragilariophyceae e Bacillariophyceae (Achnanthales dos rios Ivaí, São João e dos Patos, pertencentes à bacia hidrográfica do rio Ivaí, município de Prudentópolis, Paraná. Quarenta e uma amostras foram coletadas em março, junho e julho/2002 e janeiro/2003, e analisadas. As coletas fitoplanctônicas foram feitas através de arrasto superficial com rede de plâncton (25 µm e as perifíticas através da coleta de porções submersas de macrófitas aquáticas, rochas, cascalho, sedimento ou substrato arenoso. Foram identificados, nove táxons pertencentes à classe Coscinodiscophyceae, oito à classe Fragilariophyceae e quinze à ordem Achnanthales (Bacillariophyceae. Thalassiosira weissflogii (Grunow Fryxell & Hasle, Achnanthidium sp., Planothidium biporomum (Hohn & Hellerman Lange-Bertalot e Cocconeis placentula var. pseudolineata Geitler consistiram em novas citações para o estado do Paraná.A floristic study of Coscinodiscophyceae, Fragilariophyceae and Bacillariophyceae (Achnanthales in the Ivaí, São João and Patos rivers from the upper Ivaí river basin, located at Prudentópolis, Paraná State, Brazil is presented. Forty-one samples were collected in March, June and July/2002 and January/2003, and analysed. Phytoplankton samples were collected with a plankton net (25 µm mesh; periphyton was collected by removing the attached material from submerged portions of aquatic macrophytes, rocks, sediment or the sandy substratum. Nine species of the class Coscinodiscophyceae, eight of the class Fragilariophyceae and fourteen of the order Achnanthales were identified. Thalassiosira weissflogii (Grunow Fryxell & Hasle, Achnanthidium sp., Planothidium biporomum (Hohn & Hellerman Lange-Bertalot and Cocconeis placentula var. pseudolineata Geitler were new diatom records for Paraná State.

  13. DOS SISTEMAS AMBIENTAIS AO SISTEMA FLUVIAL – UMA REVISÃO DE CONCEITOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonas Otaviano Praça de Souza

    2013-10-01

    Full Text Available Tentando consolidar as noções de totalidade, a geografia física passa a utilizar a noção de sistemas dinâmicos, não lineares e de comportamento caótico. Deste modo, a abordagem sistêmica/complexa apresenta-se como meio de compreensão do mundo natural, assim possibilitando a previsão de mudanças, avaliação dos sistemas ambientais, distúrbios e limiares do sistema. Nota-se, assim, a importância dos estudos processuais para o gerenciamento de recursos hídricos, tornando imprescindíveis estudos sistêmicos que analisem os diversos elementos importantes para a análise dos recursos hídricos, dentre eles as questões processuais. Deste modo, a necessidade de se trabalhar o gerenciamento integrado de recursos hídricos, enquadrado na perspectiva sistêmica, solidificou a bacia hidrográfica e/ou bacia de drenagem como recorte espacial sistêmico. Delimitada a área pode-se compreender a bacia hidrográfica como um Sistema Fluvial, conceituado por Schumm (1977, que é analisado a partir da zona fonte de sedimentos, da rede de transporte e dos sítios de deposição. Esses elementos não são espacialmente excludentes, interagindo entre si, além de apresentar escalas diferenciadas. Para o estudo do sistema fluvial é necessário levar em consideração quatro conceitos: uniformidade dos processos, limiares de mudança, evolução da paisagem e respostas complexas.

  14. CARACTERIZAÇÃO DA REDE DE DRENAGEM E DO SISTEMA LACUSTRE DA BACIA DO RIO GRANDE: OESTE DA BAHIA - REGIÃO DO MÉDIO SÃO FRANCISCO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Barbosa dos Santos

    2016-12-01

    Full Text Available O sistema lacustre da bacia do rio Grande situa-se em um local que reúne particularidades do ponto de vista geológico e geomorfológico, no noroeste do Cráton do São Francisco. A partir da investigação de elementos morfoestruturais, pretendeu-se apresentar um panorama da geomorfologia deste sistema. Mediante o uso de técnicas de sensoriamento remoto, procurou-se estabelecer a influência da litologia e da tectônica na dinâmica atual da rede de drenagem e do sistema lacustre. Os resultados revelaram a presença de feições como anomalias de drenagem, assimetria de bacias, confinamento de planícies aluviais, diferenças bruscas de densidade de drenagem e distinção na distribuição de lagoas quanto à forma e dimensão. A área do sistema lacustre foi compartimentada em dois domínios: Domínio I com morfoestruturas NW-SE e Domínio II com predomínio de morfoestruturas NE-SW e, subordinadamente E-W, concordantes com orientações dos falhamentos regionais, o que mostra que a reativação de antigas falhas e o contexto litológico são importantes fatores para a origem e desenvolvimento deste sistema lacustre.

  15. Avaliação multicriterial no mapeamento de risco de incêndios florestais, em ambiente sig, na bacia do Rio Corumbataí, SP Multi-criteria evaluation of a GIS environment in a forest fire hazard mapping for the Corumbataí River basin, SP, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hilton Luis Ferraz da Silveira

    2008-04-01

    Full Text Available Um dos agentes mais empregados na supressão de áreas florestais no Estado de São Paulo é o fogo, por meio de queimadas que, quando fora de controle, podem converter-se em incêndios responsáveis pela destruição de extensos ecossistemas. Na Bacia do Rio Corumbataí, SP, os incêndios são um dos causadores de fragmentação e degradação da cobertura florestal. Nesse contexto, este trabalho objetivou a realização do mapeamento de risco de incêndios florestais na Bacia do Rio Corumbataí, utilizando-se a avaliação multicriterial (Método da Média Ponderada Ordenada em um Sistema de Informações Geográficas. Os fatores importantes do estudo foram: declividade do terreno, face de exposição ao sol, pluviosidade, proximidade da malha viária, proximidade dos centros urbanos, proximidade da rede hidrográfica, vizinhança dos fragmentos e face de exposição aos ventos. A combinação dos mapas de fatores resultou no mapa de risco regional da bacia. Para a confecção do mapa de risco em nível de fragmento, determinou-se o risco associado a cada fragmento, a partir da análise de uma faixa de 30 m em seu entorno. O risco foi reclassificado em três classes: baixo, médio e alto. Com base no mapa final, verificou-se que: aproximadamente 20% dos fragmentos de mata nativa pertencem à classe de risco alto, 55% à classe de risco médio e 25% à classe de risco baixo. Nas condições atuais de uso e cobertura do solo, bem como de manejo das áreas agrícolas e pastagens, os remanescentes florestais da Bacia do Rio Corumbataí estão sob séria ameaça de degradação por incêndios florestais.Fire is one of the agents most used in the suppression of forest areas in the State of São Paulo, Brazil, and, when out of control, it can be responsible for the destruction of extensive ecosystems. In the case of the Corumbataí river basin, SP, fire is one of the main causes of forest fragmentation and degradation. The purpose of this study was

  16. Avaliação de impactos de odores em bacias hidrográficas com produções de suínos Evaluation of odor impacts in hydrographic basins with swine production

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Belli Filho

    2007-09-01

    Full Text Available A bacia hidrográfica de Rio Fragosos, no oeste catarinense e a bacia hidrográfica do Rio Cachoeirinhas, no sul de Santa Catarina foram unidades pilotos para a aplicação de duas metodologias para avaliações de odores provenientes da suinocultura. Na bacia do Rio Fragosos ficou destacado para a grande maioria das pessoas situações de ambiente desagradável, muito desagradável e extremamente desagradável. As concentrações dos odores obtidos na bacia do Rio Cachoeirinhas, determinadas a montante e a jusante de uma propriedade piloto, no interior de uma granja de criação de animais, sobre uma unidade de armazenamento de seus dejetos e na residência de um produtor variaram de 257 UO/m³à 963 UO/m³. Estas concentrações indicaram intensidades de odores com níveis forte a muito forte.The River Fragosos hydrographic basin in the west of Santa Catarina and the River Cachoeirinhas hydrographic basin in the south of Santa Catarina were the pilot units for the application of two methodologies for the evaluation of odors originating from swine rearing. In From the results obtained for the River Fragosos basin, for the great majority of responses, unpleasant, very unpleasant and extremely unpleasant environmental situations were highlighted. The odor concentrations obtained for the River Cachoeirinhas basin, determined upstream and downstream of a pilot property, inside animal rearing smallholdings, above a waste storage unit and a producer's home, varied from 257 OU/m³to 963 OU/m³. These concentrations indicate odor intensities with strong and very strong levels.

  17. Ecologia da paisagem de remanescentes florestais na bacia hidrográfica do Ribeirão das Pedras - Campinas -SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Luiz Etto

    2013-12-01

    Full Text Available A fragmentação dos extratos florestais e o uso de terras, muitas vezes sem os cuidados necessários para mitigação dos impactos decorrentes das atividades antrópicas, geram ecossistemas fragilizados por fenômenos como o efeito de borda, ou seja, alterações localizadas nas áreas de contato entre a matriz antropizada e o remanescente florestal. Nesse contexto, este trabalho teve por objetivo estudar a fragilidade dos fragmentos encontrados na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras, no Município de Campinas, SP, Brasil, utilizando técnicas de geoprocessamento. Com a base cartográfica do município, avaliaram-se o tamanho do fragmento e a tendência de formato alongado ou circular. Com base em dados cartográficos de 1962, 1972 e 2006, observou-se o declínio quantitativo e qualitativo dos fragmentos. Devido ao processo de urbanização não planejada do município, os fragmentos de menor área foram desmatados. Estes, apesar de não terem capacidade ecológica para sustentar níveis tróficos mais elevados, servem como "trampolins ecológicos", contribuindo para o fluxo biológico. De maneira análoga, os remanescentes maiores também foram desmatados e sua área, reduzida. De maneira geral, o formato dos fragmentos passou a tender para o formato alongado, o que sugere maior contato entre os remanescentes e a matriz antrópica, aumentando, assim, a vulnerabilidade dos fragmentos. Destaca-se o caso do remanescente de Cerrado encontrado no extremo nordeste da bacia que possui tendência de formato alongado (IC = 0,62 e área reduzida (0,38 ha, mostrando-se, assim, muito vulnerável às pressões antrópicas. Assim, conclui-se que os fragmentos florestais da bacia hidrográfica estudada estão altamente vulneráveis.

  18. Comparison of methodologies for automatic generation of limits and drainage networks for hidrographic basins Comparação entre metodologias para geração automática de limites e redes de drenagem em bacia hidrográfica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samantha A. Alcaraz

    2009-08-01

    Full Text Available The objective of this work was to compare methodologies for the automatic generation of limits and drainage networks, using a geographical information system for basins of low relief variation, such as the Dourados catchment area. Various data/processes were assessed, especially the ArcHydro and AVSWAT interfaces used to process 50 m resolution DTMs formed from the interpolation of digitalized contour lines using ArcInfo, ArcView and Spring GIS, and a 90 m resolution SRTM DTM acquired by interferometry radar. Their accuracy was estimated based upon the pre-processing of small basic sub-basin units of different relief variations, before applying the best combinations to the entire Dourados basin. The accuracy of the automatic stream network generation and watershed delineation depends essentially on the quality of the raw digital terrain model. The selection of the most suitable one then depends completely on the aims of the user and on the work scale.Propôs-se, neste trabalho comparar metodologias para geração automática de limites e de redes de drenagem superficial na bacia hidrográfica do Rio Dourados, com baixa variação de relevo, usando-se sistemas de informações geográficas. Várias associações dados/processos foram testados, dentre os quais as interfaces ArcHydro e AVSWAT, usadas para processar DTMs com resolução de 50 m formados pela interpolação de linhas de contorno digitalizadas através de ArcInfo, ArcView e SPRING e DTMs com 90 m de resolução aplicadas ao SRTM, adquiridas por radar. Estudou-se a precisão com base no processamento de pequenas bacias de diferentes variações de relevo, antes de se aplicar a melhor combinação para toda a bacia do Rio Dourados. A precisão da geração automática da rede de drenagem e a delineação dos divisores de água da bacia, dependeram essencialmente da qualidade da formação das grades nos DTMs. A seleção da melhor combinação dados/processos depende, então, dos

  19. Vazões máximas e mínimas para bacias hidrográficas da região alto Rio Grande, MG Maximum and minimum discharges for Alto Rio Grande region basins, Minas Gerais state, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Rogério de Mello

    2010-04-01

    Full Text Available Vazões máximas são grandezas hidrológicas aplicadas a projetos de obras hidráulicas e vazões mínimas são utilizadas para a avaliação das disponibilidades hídricas em bacias hidrográficas e comportamento do escoamento subterrâneo. Neste estudo, objetivou-se à construção de intervalos de confiança estatísticos para vazões máximas e mínimas diárias anuais e sua relação com as características fisiográficas das 6 maiores bacias hidrográficas da região Alto Rio Grande à montante da represa da UHE-Camargos/CEMIG. As distribuições de probabilidades Gumbel e Gama foram aplicadas, respectivamente, para séries históricas de vazões máximas e mínimas, utilizando os estimadores de Máxima Verossimilhança. Os intervalos de confiança constituem-se em uma importante ferramenta para o melhor entendimento e estimativa das vazões, sendo influenciado pelas características geológicas das bacias. Com base nos mesmos, verificou-se que a região Alto Rio Grande possui duas áreas distintas: a primeira, abrangendo as bacias Aiuruoca, Carvalhos e Bom Jardim, que apresentaram as maiores vazões máximas e mínimas, significando potencialidade para cheias mais significativas e maiores disponibilidades hídricas; a segunda, associada às bacias F. Laranjeiras, Madre de Deus e Andrelândia, que apresentaram as menores disponibilidades hídricas.Maximum discharges are applied to hydraulic structure design and minimum discharges are used to characterize water availability in hydrographic basins and subterranean flow. This study is aimed at estimating the confidence statistical intervals for maximum and minimum annual discharges and their relationship wih the physical characteristics of basins in the Alto Rio Grande Region, State of Minas Gerais. The study was developed for the six (6 greatest Alto Rio Grande Region basins at upstream of the UHE-Camargos/CEMIG reservoir. Gumbel and Gama probability distribution models were applied to the

  20. Abordagem da vulnerabilidade e risco de contaminação dos solos por metais pesados em área dos municípios de Pains e Córrego Fundo-MG, baseada nos constituintes dos solos retentores destes metais

    OpenAIRE

    Adriano Fernandes de Moraes

    2007-01-01

    Este trabalho apresenta uma proposta de modelo de determinação da vulnerabilidade química dos solos à contaminação por metais pesados (bário, cádmio, chumbo, cromo, cobre, cobalto e zinco). A área é uma porção de 15 km2, situada nos municípios de Pains, Arcos e Córrego Fundo na porção meridional da bacia hidrográfica do rio São Francisco Minas Gerais. Trata-se de uma área heterogênea, sob o ponto de vista de uso do solo, da pedologia, da litologia e da hidrografia. Inicialmente, foi realizad...

  1. ANÁLISE DA INFLUÊNCIA LITOLÓGICA E ESTRUTURAL A PARTIR DE MÉTODOS MORFOMÉTRICOS EM SEGMENTOS DE DRENAGEM NA PORÇÃO CIMEIRA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JEQUITINHONHA, MG

    OpenAIRE

    Fabrício Antonio Lopes; Danielle Piuzana Mucida; Valdiney Amaral Leite; Alcione Rodrigues Milagres

    2016-01-01

    O estudo do padrão de drenagem da porção cimeira da bacia hidrográfica do Jequitinhonha foi realizado neste trabalho tendo como objetivos: a) Correlacionar as direções dos canais fluviais e respectivas ordens hierárquicas às estruturas geológicas regionais; b) Verificar o grau de influência dos aspectos litológicos e estruturais no padrão de drenagem da bacia e; c) Identificar estruturas que atuam como níveis de base locais em perfis longitudinais. Foram empregadas análises quantitativas de t...

  2. Contribuição das fontes de sedimentos em uma bacia hidrográfica agrícola sob plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tales Tiecher

    2014-04-01

    Full Text Available O conhecimento das principais fontes difusas de produção de sedimento pode aumentar a eficiência de utilização dos recursos públicos, investidos em estratégias de gestão em bacias hidrográficas, que visem mitigar a transferência de sedimentos aos cursos d'água. Objetivou-se com este trabalho avaliar as fontes de sedimentos numa bacia hidrográfica rural de cabeceira com predomínio de cultivos anuais sob plantio direto e com intensa e inadequada exploração dos recursos naturais, por meio da quantificação da contribuição relativa das estradas e das lavouras na produção global de sedimentos. A bacia hidrográfica está localizada no município de Júlio de Castilhos, Rio Grande do Sul. O período de estudo foi de maio de 2009 a abril de 2011. Para a identificação das fontes, foi utilizado o método fingerprinting, que compara os solos de diferentes fontes e os sedimentos que são encontrados em suspensão no canal de drenagem, usando elementos traçadores. O manejo inadequado do solo nas áreas de lavoura, a falta de planejamento das vias de acesso e a ausência de práticas de controle do escoamento superficial, que sejam compatíveis com a fragilidade condicionada pelos solos e pelo relevo da bacia hidrográfica, têm provocado o surgimento de processos erosivos acelerados com efeitos negativos ao agricultor e à sociedade. As estradas apresentam alta porcentagem de contribuição na transferência de sedimentos, mas a contribuição das áreas de lavoura aumenta em precipitações pluviais de alta magnitude. Isso evidencia que a magnitude dos eventos de chuva influencia a proporção de contribuição entre as fontes ao longo do ano na bacia hidrográfica, interferindo no processo de mobilização de sedimentos e nutrientes em direção à rede de drenagem.

  3. COMPARTIMENTAÇÃO MORFOESTRUTURAL DA BACIA DO RIO VERDE, SUL DE MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Marques Neto

    2014-04-01

    Full Text Available O presente artigo divulga proposta de compartimentação morfoestrutural para a bacia do Rio Verde, localizada na parte meridional do Estado de Minas Gerais em terrenos da Serra da Mantiqueira, Planalto do Alto Rio Grande e Planalto de Varginha, apresentando litologias diversas (metagranitoides arqueanos, metassedimentos supracrustais proterozoicos e intrusões alcalinas cretáceo-paleocenas distribuídas em considerável diversidade de formas de relevo. A análise integrada entre a litologia, os lineamentos estruturais, a rede de drenagem e os padrões de formas de relevo discerniu os seguintes compartimentos morfoestruturais: Patamares de cimeira da Mantiqueira (desmembrados em cinco subcompartimentos, Patamares escalonados da Mantiqueira, Planalto de Cruzília-Minduri, Planalto alongado de Lambari, Planalto de São Lourenço-Caxambu, Planalto de Três Corações, Planalto rebaixado de Varginha e Cristas monoclinais. A compartimentação revelou forte controle morfoestrutural vinculado ao rifte continental do sudeste do Brasil associado a uma acentuada dinâmica morfotectônica sobreposta em função da interferência de efeitos diastróficos neotectônicos. Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE

  4. Análise da Influência do Uso e Ocupação do Solo na Qualidade da Água de Duas Sub-Bacias Hidrográficas do Município de Caxias do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Cornelli

    2016-04-01

    Full Text Available O uso e ocupação do solo podem influenciar diretamente na qualidade e na disponibilidade dos recursos hídricos, seja pela urbanização acelerada, pela supressão da vegetação ou uso agrícola. Os impactos podem variar em função do uso, aporte de carga orgânica, nutrientes, contaminantes metálicos e o arraste de sedimentos comprometendo a qualidade e o equilíbrio dos ecossistemas aquáticos. Este trabalho objetivou avaliar a influência do uso e ocupação dos solos sobre a qualidade da água das bacias hidrográficas dos Rios Piaí e Tega, em Caxias do Sul-RS. Avaliou-se para tal os Índices de Qualidade da Água (IQA e de Toxicidade (IT em 5 pontos do Rio Piaí (P1 a P5 e em 12 do Rio Tega (T1 a T12. Foram realizadas 12 campanhas entre setembro/2012 a julho/2014. Para o desenvolvimento dos mapas de uso e ocupação dos solos, foram utilizadas imagens de satélite LANDSAT 8 aliadas à classificação supervisionada com o algoritmo Máxima Verossimilhança Gaussiana e digitalização em tela em pontos de conflito. Para a classificação dos mapas foram definidas 7 classes de uso, sendo: mata nativa, campo, silvicultura, agricultura, solo exposto, área urbana e lâmina d’água. Concluiu-se que a baixa qualidade da água de pontos como P3 e P4 do Rio Piaí e dos pontos T1 a T9 do Rio Tega é reflexo do uso e ocupação do solo, lançamento de efluentes de fontes pontuais (residências e indústrias sem estação de tratamento de efluentes ou cujo tratamento não é suficiente para atender os padrões de lançamento previstos pela legislação.

  5. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do Igarapé Carrapato, Boa Vista, Roraima

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maola Monique Faria

    2017-10-01

    Full Text Available O manejo de bacias hidrográficas baseia-se em um conjunto de técnicas aplicadas com o objetivo de regularizar a vazão dos cursos hídricos, a produção econômica e a proteção ambiental, garantindo a preservação da biodiversidade. O presente estudo tem como objetivo determinar as características morfométricas da bacia hidrográfica do Igarapé Carrapato, Boa Vista/Roraima. Inicialmente foi obtido o Modelo Digital de Elevação, e com base nele a bacia foi delimitada. Posteriormente foram calculados alguns parâmetros morfométricos para o estudo do comportamento hidrológico da bacia. A bacia em estudo, com base na análise dos fatores morfométricos analisados, apresenta baixa susceptibilidade a enchentes.

  6. Avaliação da qualidade da água e percepção higiênico-sanitária na área rural de Lavras, Minas Gerais, Brasil, 1999-2000 Water quality evaluation in rural areas of Lavras, Minas Gerais, Brazil, 1999-2000

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiane Maria Barcellos Magalhães da Rocha

    2006-09-01

    Full Text Available Realizaram-se entrevistas e análises laboratoriais de 80 amostras de água em 45 propriedades rurais das sub-bacias dos ribeirões Água Limpa e Santa Cruz, em Lavras, Minas Gerais, Brasil, para comparar a qualidade da água para consumo doméstico e agropecuário e seus fatores determinantes. Na sub-bacia Água Limpa, as propriedades são principalmente caracterizadas como moradia, e seus proprietários apresentam baixo grau de escolaridade. Quanto à sub-bacia Santa Cruz, nas propriedades, explora-se a agropecuária, e a maior parte dos proprietários reside na cidade. Com relação aos graus de escolaridade, ela se apresenta muito baixa ou com nível superior. O abastecimento d'água na sub-bacia Água Limpa provém principalmente de lençóis freáticos, enquanto, na sub-bacia Santa Cruz, predominam as águas superficiais, estando seus mananciais contaminados. A percepção dos proprietários sobre a potabilidade da água relaciona-se às características físicas e organolépticas, não à sanitária. Não há relação entre a contaminação fecal e o tipo de manancial, mas sim com a ocupação do solo e as atividades antrópicas.In addition to personal interviews, laboratory analyses were performed using 80 water samples from 45 rural areas that are crossed by the Água Limpa and Santa Cruz streams close to the city of Lavras, southern Minas Gerais State. The results allowed comparing the quality of water used for agriculture and the identification of determinant factors. The Água Limpa stream mostly crosses an area used primarily for housing and characterized by low schooling. Many houses are supplied by shallow water wells and have ordinary cesspits for human waste disposal. All springs are polluted. The Santa Cruz stream displays a different scenario. The land is used mostly for agricultural purposes. Most owners live in town, with widely varied levels of school, from none to university. The houses are supplied by surface water. Most

  7. Estimativa da perda de solo por erosão hídrica na bacia hidrográfica do rio Jauru/MT / Estimation of soil loss for rainfall erosion in the catchment area of Jauru, Mato Grosso State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Mara Alves da Silva Neves

    2011-12-01

    Full Text Available A crescente ocupação do sudoeste de Mato Grosso tem provocado o desmatamento de grande parte da vegetação natural para a exploração agropecuária, sem o adequado uso e manejo do solo, originando áreas de alta fragilidade ambiental e suscetibilidade à erosão hídrica. Para estimar a perda de solo na Bacia Hidrográfica do rio Jauru foi utilizada da Equação Universal de Perdas de Solo operacionalizada por meio de Geotecnologias. No período de 1994 a 2003, a perda média de solo foi de 3,26 t ha-1 ano-1, correspondendo a uma perda nula ou moderada e a erosividade média foi de 683,93 Mj mm ha-1 h-1 ano-1. 81,75% da superfície da Bacia Hidrográfica do rio Jauru é recoberta por solos de elevada erodibilidade (Neossolos Quartzarênicos, Neossolos Litólicos, Argissolos Vermelhos e Argissolos Vermelho-Amarelo. O fator topográfico (LS médio da bacia foi de 2,05. A análise da ocorrência das principais classes de cobertura e uso do solo evidenciou que 28,32% do solo da bacia foram utilizados para uso agropecuário, com predomínio de pastagens. As estimativas geradas pela Equação Universal de Perdas de Solo devem ser consideradas como comparativas da distribuição da erosão hídrica em uma bacia e visam auxiliar na tomada de decisão sobre o uso e manejo do solo mais adequado.

  8. CARACTERIZAÇÃO FÍSICA DE BACIAS HIDROGRÁFICAS NA REGIÃO DE MANAUS – AM.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Bulcão da Silva Costa

    2013-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi fazer uma caracterização física das bacias hidrográficas da área urbana do município de Manaus - AM, se limitando as bacias hidrográficas do Tarumã-Açu e Puraquequara. Para tanto foi utilizado o programa computacional ArcGis 9.2®, para o processamento dos dados SRTM. Diante dos resultados obtidos, foi verificado que as bacias hidrográficas do Tarumã-Açu e Puraquequara no município de Manaus-AM podem ser classificadas como grandes quanto à área. São naturalmente não muito sujeitas a enchentes, pouco dissecadas e com baixa declividade, o que resultará em uma resposta hidrológica lenta, com redução dos picos de enchente.

  9. Diagnóstico dos resíduos de serviços de saúde no interior do Rio Grande do Sul Diagnosis of medical wastes in central Rio Grande do Sul State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Ernando da Silva

    2005-06-01

    Full Text Available O presente trabalho tem como objetivo analisar e avaliar aspectos do gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde (RSS nos municípios pertencentes à bacia hidrográfica do rio Vacacaí, no estado do Rio Grande do Sul. Através de levantamento em campo, foram analisados os procedimentos adotados no manejo dos RSS gerados nos hospitais, postos de saúde e laboratórios clínicos. Todos os estabelecimentos de saúde apresentaram falhas nas várias fases da gestão de seus resíduos, não atendendo os princípios preconizados na Resolução CONAMA N. 283/2001. A taxa de geração de resíduos nos hospitais foi de 3,245 kg/leito.dia, sendo 17,6 % referente aos resíduos do Grupo A. O total de resíduos gerados na área de estudo foi estimado em 182.640 kg/mês (22,1 % do Grupo A.The paper aims to analyze and evaluate the medical wastes management in the cities of Vacacaí river basin in the State of Rio Grande do Sul, Brazil. Health care facilities (hospitals, health centers and clinical laboratories were surveyed to provide information about the management, segregation, generation, storage and disposal of medical wastes. The results about management aspects indicate that practices in most healthcare facilities do not comply with the principles stated in Brazilian legislation (CONAMA Resolution N. 283/2001. Average generation rate of total waste in the hospitals was estimated to be 3,245 kg/bed.day (17.6% from Group A. A total medical waste generated in the study area was estimated to be 182,640 kg/month (22.1% from Group A.

  10. Application of hydrological model HidroBacia in Jaqueira stream watershed, Espírito SantoAplicação do modelo HidroBacia na microbacia do córrego Jaqueira, Espírito Santo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Avelino Cecílio

    2013-10-01

    Full Text Available Hydrologic simulation of watersheds is an useful tool for the water resources management and to reduce environmental degradation in watersheds. This work evaluated the applicability of the hydrologic modeling in a small watershed using the HidroBacia model at Alegre-ES and compare the results of flow maximum (Qmáx and surface runoff flow (LES in watershed “outlet” with rational methods (MR and Curve Number (MNC. The soil water infiltration process is represented by means of the Green-Ampt equation, modified by Mein and Larson (GAML in this model. This equation needs the parameters: matric potential in the wetting front, hydraulic conductivity and soil moisture in the “field saturation”. This work assessed seventy two input combinations of parameters for equation GAML. Compared to real data (obtained at the watershed “outlet” the Qmáx and LES with the simulated by HidroBacia and by the MR and MNC. Verify in this work seven best combinations estimated Qmáx and LES in simulations with HidroBacia. The simulated data by the MR and MNC overestimated Qmáx and LES, respectively. Therefore, for experimental condition, recommend the use of hydrological model HidroBacia to estimate both parameters the Qmáx and the LES. A modelagem hidrológica aplicada em bacias hidrográficas consiste numa das principais ferramentas para a gestão dos recursos hídricos, visando minimizar o processo de degradação ambiental. O presente trabalho objetivou avaliar a aplicabilidade do modelo hidrológico HidroBacia em uma microbacia hidrográfica de Alegre-ES, além de compará-lo com os métodos Racional (MR e Número da Curva (MNC. O processo de infiltração de água no solo no HidroBacia, representado pela equação de Green- Ampt-Mein-Larson (GAML, foi simulado por meio de 72 diferentes combinações de parâmetros de entrada, a fim de evidenciar a de melhor desempenho. Compararam-se dados reais (obtidos no exutório da microbacia de vazão máxima de

  11. Morfometria da bacia hidrografica da Cachoeira das Pombas, Guanhães - MG Morphometric characteristics of Cachoeira das Pombas watershed, Guanhães - MG, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Cristina Tonello

    2006-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estudar a morfometria da bacia hidrográfica da Cachoeira das Pombas, localizada no Município de Guanhães, MG. A base de dados foi disponibilizada pelo convênio SIF/CENIBRA/UFV e consistiu dos dados matriciais Modelo Digital de Elevação Hidrologicamente Consistente (MDEHC, rede hidrográfica e direções de escoamento. As características morfométricas e delimitação da bacia e sub-bacias hidrográficas foram obtidas automaticamente pelo software Hidrodata 2.0. A área de drenagem encontrada foi de 6,981 km² e o perímetro de 14,864 km. De forma geral, constatou-se que a área estudada possui forma alongada, com baixa densidade de drenagem, relevo forte-ondulado e declividade média de 33,9%. Esses parâmetros possuem grande influência sobre o escoamento superficial e, conseqüentemente, sobre o processo de erosão, que resulta em perda de solo, água, matéria orgânica, nutrientes e microfauna, que podem vir a provocar o assoreamento e eutrofização dos corpos d'água. Quanto à orientação do terreno, pôde-se se constatar que 41% do terreno da bacia hidrográfica está exposto à face norte-oeste, e 33% de sua área total encontra-se sombreada. Para um estudo mais detalhado, procuraram-se caracterizar suas sub-bacias, onde cada uma foi analisada individualmente, concluindo-se que as cinco sub-bacias apresentam deficiência de densidade de drenagem e forma alongada. Em termos de declividade média, os valores variaram entre 29,6 e 40,4%, representando o relevo forte-ondulado. Pôde-se constatar, também, que a morfometria diferenciada entre as sub-bacias evidencia a necessidade de um manejo específico de cada uma delas.The objective of this work was to study the morphometric characteristics of the Cachoeira das Pombas watershed, in Guanhães- MG, Brazil. The database was provided by the cooperative agreement SIF/CENIBRA/UFV and consists of the following raster datasets: hydrologically consistent

  12. Medidas de controle de erosão em estradas rurais na bacia do rio das pedras, Guarapuava-PR / Erosion control measures of rural roads in the Rio das Pedras basin, Guarapuava, Paraná (Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Cristina da Cunha, ,

    2013-04-01

    Full Text Available O traçado das estradas que cortam grande número de rios e a drenagem lateral nas estradas faz com que as águas cheguem rapidamente à rede de drenagem aumentando a vazão. Disso resulta grande produção de sedimentos haja vista que algumas estradas e caminhos internos não possuem dissipadores de energia. Portanto o presente trabalho teve por objetivo analisar e discutir o sistema viário das estradas rurais da bacia do Rio das Pedras, Guarapuava-PR e a construção de caixas de contenção como medida preventiva para dissipar energia e conseqüentemente a entrada de sedimentos nos canais fluviais. No estudo utilizou-se de dados cartográficos e de campo para mensurar as estradas rurais e as caixas de contenção. Por meio da análise dos resultados constatou-se que o número de caminhos internos supera as estradas principais, que em grande parte não possui dissipadores de energia, potencializando a entrada de sedimentos nos cursos d‘água. Em dez pontos selecionados aleatoriamente verificou-se 792 cruzamentos de estradas rurais e cursos d’água. Nas estradas rurais com caixas de contenção verificou-se que em torno de 70% destas encontravam-se inativas, havendo uma deterioração em média de 10% do total de caixas de contenção mensuradas a cada dois anos.

  13. Influência da bacia hidrográfica e características espaço-temporais de variáveis limnológicas sobre reservatórios no Rio Jacuí - RS

    OpenAIRE

    Wachholz, Flávio [UNESP

    2011-01-01

    A construção de barragem é uma intervenção antrópica na rede de drenagem que altera o fluxo natural da água. O presente trabalho caracterizou e analisou a estruturação limnológica e espectral na escala espaço-temporal nos reservatórios das Usinas Hidrelétricas (UHE) Passo Real e Dona Francisca do rio Jacuí – RS, e a relação com as bacias hidrográficas que os compõem no Alto Jacuí. A hipótese foi a de que ocorrem diferenças nas propriedades ópticas da água na escala espaço-temporal de reservat...

  14. Distribuição geográfica de pequenos mamíferos não voadores nas bacias dos rios Araguaia e Paraná, região centro-sul do Brasil Geographic distribution of small non-volant mammals in the Araguaia and Paraná basins, south-central region of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilton C. Cáceres

    2008-06-01

    Full Text Available Realizaram-se amostragens de pequenos mamíferos em duas bacias hidrográficas do Brasil central pertencentes aos rios Araguaia e Paraná com intuito de descrever a composição de espécies de pequenos mamíferos de hábito florestal e comparar suas distribuições geográficas. Quatorze pontos de coleta foram amostrados, subdivididos em oito na bacia do Rio Paraná e seis na bacia do Rio Araguaia. Foram registradas 20 espécies de pequenos mamíferos na região (oito de marsupiais e 12 de roedores, sendo 16 delas por meio de armadilhas metálicas (5.253 armadilhas-noite e oito delas por meio de armadilhas de queda (224 baldes-noite, totalizando 161 capturas de 139 indivíduos. A bacia do Rio Paraná apresentou 16 espécies (armadilhas-noite: 3.115; baldes-noite: 104 e a bacia do Araguaia apresentou 11 espécies (armadilhas-noite: 2.138; baldes-noite: 120, sendo que as riquezas foram similares quando aplicado o método da rarefação. Das 20 espécies registradas, sete (35% ocorreram em ambas as bacias. Apesar da elevada riqueza de espécies amostrada, destacou-se a elevada abundância do marsupial Didelphis albiventris Lund, 1840. As espécies de marsupiais amostradas foram D. albiventris, Caluromys philander (Linnaeus, 1758, Cryptonanus cf. agricolai Voss, Lunde & Jansa, 2005, Gracilinanus agilis (Burmeister, 1854, G. microtarsus (Wagner, 1842, Lutreolina crassicaudata (Desmarest, 1804, Marmosa murina (Linnaeus, 1758, e Philander opossum (Linnaeus, 1758. As espécies de roedores amostradas foram Akodon gr. cursor, Calomys tener (Winge, 1887, Nectomys rattus (Pelzen, 1883, N. squamipes (Brants, 1827, Oecomys bicolor (Tomes, 1860, Oryzomys maracajuensis Langguth & Bonvicino, 2002, Oryzomys cf. marinhus, O. megacephalus (Fischer, 1814, Oligoryzomys fornesi (Massoia, 1973, Oligoryzomys sp., Proechimys longicaudatus (Rengger, 1830 e P. roberti (Thomas, 1901. A ampliação da distribuição de algumas espécies é discutida, assim como aspectos

  15. Tendências hidrológicas anuais e sazonais na bacia do Rio Paraibuna, Parque Estadual da Serra do Mar (SP)

    OpenAIRE

    Vilanova,Mateus Ricardo Nogueira

    2014-01-01

    O presente trabalho avalia a existência de tendências monotônicas em séries anuais e sazonais de vazão e chuva, no trecho da Bacia do Rio Paraibuna localizado entre os Núcleos Cunha e Santa Virgínia, Parque Estadual da Serra do Mar (SP). O teste de Mann-Kendall foi aplicado a séries destas variáveis, em diversos intervalos no período de 1967 a 2011. Tendências negativas estatisticamente significativas foram detectadas nas séries de c...

  16. MAPPING OF THE ENVIRONMENTAL FRAGILITY RIO VERDE BASIN, NORTHEAST REGION OF THE STATE OF SÃO PAULO, BRAZIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Carlos Vitte

    2013-12-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta um ensaio cartográfico para a determinação da fragilidade ambiental na Bacia Hidrográfica do Rio Verde (SP, a qual está localizada numa área de contato entre as rochas cristalinas da Serra da Mantiqueira e os terrenos sedimentares da Depressão Periférica Paulista. Procedemos na construção de um apanhado conceitual e metodológico definindo e explorando os conceitos de planejamento e gestão, susceptibilidade, sensibilidade, fragilidade e vulnerabilidade ambientais. Analisamos as características histórico-social-econômicas da Bacia Hidrográfica do Rio Verde (SP, a qual é marcada pelas práticas agropecuárias, principalmente, as ligadas aos plantios de cana-de-açúcar, batata e cebola, além da criação de gado bovino. Mapeamos e analisamos os dados sobre geologia, pedologia, drenagem, hipsometria, declividades e de uso e ocupação das terras, os quais, foram tratados em ambiente SIG e integrados por um algoritmo para chegarmos a um mapa síntese das classes de fragilidade ambiental na Bacia Hidrográfica do Rio Verde (SP. O mapa síntese revela que, da área total da Bacia Hidrográfica do rio Verde, 13,23% estão classificados como sendo de muito baixa fragilidade, 42,13% como sendo de baixa fragilidade, 22,17% como sendo de média fragilidade, 14,15% como sendo de alta fragilidade e 8,31% como sendo de muito alta fragilidade ambiental.Concluímos que a maior parte da área formada pela junção das classes de média a muito alta fragilidade estão na porção da bacia hidrográfica que corresponde aos domínios da Serra da Mantiqueira – maior intensidade dos processos de morfogênese.

  17. Avaliação rápida da integridade ecológica em riachos urbanos na bacia do rio Corumbá no Centro-Oeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanna Gomes Cordeiro

    2016-06-01

    Full Text Available A urbanização tem ocasionado o lançamento de volumes significativos de efluentes domésticos parcialmente tratados nos corpos hídricos brasileiros causando diversos prejuízos ecológicos para estes ecossistemas. Para avaliar a integridade ecológica de riachos na região de Cerrado do Brasil Central foram selecionados quatro pontos de coleta, considerando o nível de influência antrópica ao qual estão submetidos. Foram analisados parâmetros físicos e químicos da água, o uso da paisagem e a comunidade de macroinvetebrados bentônicos. As coletas foram realizadas em julho de 2015 e foram mensuradas "in situ" as variáveis condutividade elétrica, temperatura da água, pH, oxigênio dissolvido, turbidez, largura e comprimento do riacho e velocidade da correnteza. Em seguida, foram coletadas amostras para o seston, perifíton, macroinvertebrados bentônicos e sedimento depositado. O ponto "Referência" apresentou menor abundância de larvas de Chironomus (Chironomidae: Diptera e maior riqueza taxonômica, além de maior abundância dos grupos taxonômicos Ephemeroptera, Plecoptera e Trichoptera, mostrando ser o sistema mais íntegro dentre os analisados. A sub-bacia delimitada a partir desse ponto mostrou uma maior porcentagem de áreas com vegetação nativa (51%. Os pontos com presença de efluentes domésticos ("ETE" e "Jusante" por sua vez, apresentaram valores mais elevados de condutividade elétrica, turbidez, maior abundância de larvas de Chironomus e menor riqueza de táxons, mostrando elevado impacto em função das atividades antrópicas. A avaliação rápida realizada com a composição da comunidade bentônica e as variáveis físicas e químicas da água foi suficiente na identificação das alterações na integridade ecológica causadas pela influência antrópica na bacia hidrográfica do rio Corumbá.

  18. Determinantes ambientais da ocorrência de espécies de peixes em riachos de cabeceira da bacia do rio Ivinhema, alto rio Paraná - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v29i2.520 Environmental determinants of fish species occurrence in headwaters streams of Ivinhema river basin, upper Paraná river - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v29i2.520

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Rota Alves Felipe

    2007-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de quantificar a importância de algumas características fisiográficas dos riachos sobre a ocorrência de quatro espécies de Characidae em riachos de cabeceira na bacia do rio Ivinhema, realizaram-se amostragens bimestrais em dez riachos com uso de telas de isca, com esforço amostral padronizado. A influência das variáveis ambientais sobre a ocorrência das espécies de peixes foi quantificada utilizando-se do modelo da análise de regressão logística. Constatou-se que a velocidade da correnteza foi o principal fator limitante da ocorrência de Serrapinnus notomelas, Hemigrammus marginatus e Moenkhausia sanctaefilomenae, enquanto a profundidade dos riachos foi o principal determinante da ocorrência de Bryconamericus stramineus. Assim, as primeiras espécies ocorrem predominantemente em locais com baixa velocidade da correnteza, enquanto B. stramineus ocorre principalmente em locais com pouca profundidade e com elevada velocidade da correnteza, sugerindo que as características fisiográficas dos habitat sejam importantes determinantes da colonização e persistência das espécies. Palavras-chave: distribuição espacial, peixes de riachos, bacia do rio Ivinhema.In order to quantify the importance of some physiographic characteristics of headwaters streams of Ivinhema basin on occurrence of four Characidae species, bimonthly samples in 10 streams using a rectangular sieve, with standardized sampling effort were collected. The influence of environmental descriptors on species occurrence was quantified using a logistic regression model. It was observed that the water velocity was the main limiting factor to occurrence of Serrapinnus notomelas, Hemigrammus marginatus and Moenkhausia sanctaefilomenae while stream depth was the main determinant of Bryconamericus stramineus occurrence. Thus, the first three species are found mainly in sites with less water velocity, while B. stramineus is found mainly in sites with less depth

  19. Análise da qualidade da água superficial do Rio Subaé, Bahia e influência do uso e ocupação do solo em seu entorno

    OpenAIRE

    Santos, Leila Thaíse Santana de Oliveira

    2013-01-01

    A bacia do rio Subaé (BRS), cuja nascente localiza-se em Feira de Santana-BA e sua foz na Baía de Todos os Santos, apresenta sérios impactos ambientais nos seus principais cursos d’água decorrentes do despejo de efluentes domésticos e industriais, atividades agropecuária e extrativista. O presente estudo teve como objetivo realizar análise dos processos físico-químicos e microbiológico da água superficial no trecho ainda não estudado ao longo do canal principal do rio Subaé e análise dos proc...

  20. Aplicação do Código Florestal Brasileiro como Subsídio para o Planejamento Ambiental: um Estudo de Caso na Região Noroeste do Estado do Rio de Janeiro / Applying the Brazilian Forest Code as support to environmental planning: a case study in northwestern Rio de Janeiro State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio B. Bhering

    2010-04-01

    Full Text Available O trabalho verifi cou a aplicação do Código Florestal Brasileiro (CFB na bacia do Córrego Santa Maria, na região Noroeste Fluminense (RJ, como subsídio para o planejamento ambiental. Essa bacia localiza-se inteiramente no Município de São José de Ubá e vem sendo submetida a diferentes processos de uso e ocupação do solo, culminando com problemas erosivos e hídricos. Para realização do trabalho foi elaborado o mapa de uso e ocupação do solo atual por meio de classifi cação automática supervisionada, utilizando-se fotos aéreas da Companhia de Energia do Rio de Janeiro (CERJ e do Departamento de Recursos Minerais - DRM/RJ. Para elaboração do mapa de uso e ocupação do solo com o cenário estabelecido no artigo 2º do CFB foi criada uma faixa de entorno. Os resultados indicam que ocorreria confl ito entre a utilização do CFB e o uso atual para ás áreas a agricultura e pecuária,solo exposto e área urbana. No caso da agricultura e pecuária, o uso confl itante poderia ser amenizado com práticas de manejo e conservação adequadas. A aplicação do CFB contribuiria signifi cativamente para aumento das APP (fl oresta, promovendo aumento da infi ltração de água no solo e recarga do sistema aquífero, diminuição do escoamento superfi cial e da erosão dos solos.

  1. MORFOMETRIA E EVOLUÇÃO DO USO DO SOLO E DA VAZÃO DE MÁXIMA EM UMA MICRO BACIA URBANA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Cunha Menezes

    2014-12-01

    Full Text Available O conhecimento dos atributos físicos de uma bacia hidrográfica é de suma importância para a identificação dos parâmetros que auxiliam no melhor gerenciamento dos recursos hídricos. Portanto, a caracterização morfométrica e a avaliação do uso do solo de uma bacia hidrográfica se torna uma ferramenta importante para gestão dos recursos hídricos, pois permite prever o grau de vulnerabilidade da bacia a fenômenos extremos como enchentes e inundações. Sendo assim, o presente trabalho pautou no uso das técnicas do geoprocessamento de imagens digitais para análise de atributos morfométricos e da mudança do uso do solo em uma micro bacia urbana no município de Lavras, MG, relacionando-os com a estimativa de vazão máxima como resposta a chuvas de alta intensidade. A análise dos dados e a interpretação dos resultados obtidos nas condições atuais da micro bacia hidrográfica permitiram concluir que o padrão de drenagem formado pelos cursos d’água caracteriza-se como dendrítico e de 4º ordem. A micro bacia do Ribeirão Vermelho possui a forma alongada, evidenciando um menor risco de cheias em condições normais de pluviosidade anual. O mapeamento e ocupação do solo de 2003 e 2013 indicou um aumento da área urbana em contraste com uma redução na área de pastagem, entretanto, não se observou alterações na vazão de pico entre estes anos.

  2. Critérios de projeto e benefícios esperados da implantação de técnicas compensatórias em drenagem urbana para controle de escoamentos na fonte, com base em modelagem computacional aplicada a um estudo de caso na zona oeste do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anaí Floriano Vasconcelos

    Full Text Available RESUMO O processo de urbanização resulta em alterações no ciclo hidrológico prejudiciais à população. Para amenizar esses efeitos, as técnicas compensatórias em drenagem urbana visam à maior sustentabilidade hidrológica na expansão urbana. Nesse sentido, este artigo teve como objetivos avaliar, por meio de modelagem computacional, o efeito da adoção dessas técnicas na escala de lote e da bacia hidrográfica e avançar com diferentes possibilidades de concepção de projeto. A modelagem foi realizada para diversos cenários, considerando a implantação das técnicas de forma isolada e combinada. Os parâmetros utilizados na modelagem visaram verificar possibilidades extremas de aplicação, de modo a disponibilizar dados para balizamento de projetos reais. As chuvas avaliadas possuem variadas durações e intensidades, facilitando a extrapolação dos resultados deste trabalho para bacias hidrográficas de diferentes escalas. Os resultados das simulações indicam potenciais benefícios na drenagem urbana oriundos do uso dessas técnicas no lote, com mais efetividade para as menores chuvas de projeto. Esse foi o caso dos cenários que avaliaram os jardins rebaixados isoladamente ou combinados em série com um reservatório de lote e os cenários de pavimentos permeáveis na calçada que receberiam o escoamento superficial do lote adjacente. Também foi verificado que a combinação paralela de um reservatório de lote com as dimensões propostas pela legislação municipal e um jardim rebaixado em 0,07 m seria capaz de neutralizar, hidrologicamente, os impactos da ocupação do lote para todas as chuvas de projeto analisadas, entretanto o reservatório proposto pela legislação municipal, quando adotado isoladamente, quase não atuou na escala da bacia..

  3. CARACTERIZAÇÃO E SUSCEPTIBILIDADE ECOLÓGICA DOS FRAGMENTOS FLORESTAIS NAS BACIAS DO RIBEIRÃO DOURADINHO E RIBEIRÃO ESTIVA - MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josimar dos Reis de Souza

    2014-09-01

    Full Text Available Os fragmentos florestais estão sujeitos ao fenômeno conhecido como Efeito de Borda, que afeta a função ecológica dessas áreas em relação ao tamanho, formato do fragmento, matriz ao entorno e manejo das áreas de borda. Desse modo, este trabalho teve como principal objetivo discutir o grau de susceptibilidade ecológica dos fragmentos florestais das bacias do Ribeirão Douradinho e Estiva em Minas Gerais. O uso das imagens RapidEye permitiram o mapeamento das unidades de fragmentos existentes nas bacias. Sob a perspectiva da Ecometria da Paisagem, foram analisados para cada fragmento os índices: área, densidade, tamanho, borda, forma, proximidade entre os fragmentos e área central. Como conclusão do trabalho, verificou-se que o nível de fragmentação florestal é elevado, com 273 unidades, somando 76,35 km², menos de 1% da área das bacias. Os fragmentos foram agrupados em: muito pequeno 5 e 10 e 100 ha, com 15 unidades (5,5%. No geral, os fragmentos inclusos nas categorias muito pequeno e pequeno não possuem área sem influência do efeito de borda, o que dificulta a preservação da biodiversidade destes ecossistemas, ou seja, áreas susceptíveis a perda ecológica. O Ribeirão Panga, afluente do Ribeirão Douradinho, é o que possui maior índice de densidade e proximidade da distribuição dos fragmentos analisados. É também onde está localizada a Reserva de Preservação Permanente (RPPN da Universidade Federal de Uberlândia, que apresentou o maior índice de circularidade.

  4. EROSÕES CONCENTRADAS EXISTENTES NA BACIA HIDROGRÁFICA DO ALTO CURSO DO RIO PITANGUI – PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarice Farian de Lemos

    2011-11-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo é avaliar a evolução da erosão concentrada, nos períodos entre 1952 a 1980 e de 1981 a 2001, ocorrida na área da bacia hidrográfica do alto curso do rio Pitangui. Esta área localiza-se entre as coordenadas geográficas 24°52’ a 25º05’ de latitude Sul e 49°46’ a 50º00’ de longitude Oeste, entre os municípios de Castro, Carambeí e Ponta Grossa, totalizando 163,537 km². Está a uma altitude entre 918 a 1.170m acima do nível do mar e, pela classificação de Köppen, o clima é subtropical úmido mesotérmico - Cfb. Esta bacia encontra-se entre o Primeiro e Segundo Planalto Paranaense, em que a subunidade morfoescultural predominante é o Planalto de Castro. A geologia engloba Metarcósios e Metarenitos Quartzosos, rochas do Grupo Açungui (Formação Itaiacoca, do Complexo Granítico Cunhaporanga, do Grupo Paraná (Formação Furnas, do Grupo São Bento (Diques de Diabásio direção NW/SE e depósitos aluviais e coluviais recentes. Os tipos de solos encontrados pertencem aos grandes grupos dos Cambissolos, Latossolos, Nitossolos, Organossolos, Gleissolos e Neossolos com Afloramentos Rochosos. Para a realização desse estudo utilizou-se fotos aéreas nos anos de 1952 (1:25.000, 1980 (1:25.000 e 2001 (1:33.000; plantas planialtimétricas, com curvas de nível equidistantes de 5m; software de geoprocesssamento SPRING 5.0 e trabalhos de campos. Os resultados foram que, nas fotos aéreas de 1952, 1980 e 2001, identificou-se 12, 18 e 29 voçorocas e 76, 92 e 428 ravinas, respectivamente; a área e o volume da perda de sedimentos das voçorocas tiveram um acréscimo de 46,38 % e 47,24 %, no período de 1952 a 1980 e de 229,31 % e 393,28 %, no período de 1981 a 2001; e a área e o volume de sedimentos perdidos das ravinas tiveram um aumento de 48,89 % e de 38,96 %, para os mesmos períodos avaliados.

  5. Time-variations of equivalent water heights'from Grace Mission and in-situ river stages in the Amazon basin Variações temporais do equivalente à altura d'água obtidas da Missão Grace e da altura d'água in-situ nos rios da bacia Amazônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavio Guilherme Vaz de Almeida

    2012-03-01

    . As amplitudes sazonais do EWH no centro da bacia são as maiores encontradas no mundo (~1250 mm. Os erros na estimativa do EWH são de ~130 mm, incluindo os erros nos coeficientes de Stokes, erros de vazamento de informações das bacias vizinhas (12 ~ 21 mm e truncamento do espectro (10 ~ 15 mm. Neste trabalho, são feitas comparações entre as informações de altura d'água in-situ medidas em 233 estações hidrológicas (HS na bacia Amazônica com EWH obtido pelo GRACE. Embora o EWH e as HS meçam diferentes corpos d'água, na maioria dos casos, uma alta correlação (até 80% é encontrada entre ambas as séries ao mesmo local. Esta alta correlação permite ajustar uma relação linear entre as séries para os maiores tributários do rio Amazonas. O coeficiente de regressão decresce da montante para a vazante, tendendo para o valor teórico 1 na foz do rio Amazonas. A variação deste coeficiente versus a distância ao estuário é analisada para os maiores rios da bacia. Em uma segunda etapa, uma classificação da defasagem entre as séries dos dados in-situ e GRACE são apresentadas.

  6. Delimitação Automática de Bacias de Drenagens e Análise Multivariada de Atributos Morfométricos usando Modelo Digital De Elevação Hidrologicamente Corrigido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandro Nunes de Oliveira

    2007-11-01

    Full Text Available A topologia e geometria das redes de drenagem têm contribuído substancialmente para os estudos em geomorfologia e hidrologia, incluindo modernos modelos de evolução da paisagem. Este trabalho tem como objetivo apresentar uma metodologia para extração automatizada de bacias e sub-bacias de drenagem e calcular seus atributos morfométricos agrupando-as pelas similaridades. A metodologia pode ser dividida nas seguintes etapas: (a construção do Modelo Digital de Elevação (MDE hidrologicamente corrigido, (b delimitação das bacias de drenagem a partir do MDE considerando a hierarquização de bacias de drenagem proposta por Strahler, (c cálculo dos atributos morfométricos das bacias de drenagem e (d análise estatística multivariada (análise de grupos e análise de componentes principais. Neste trabalho são apresentados algoritmos para a  extração da rede de drenagem e dos limites de bacias a partir do MDE como também muitos problemas pertinentes. A preparação do MDE incluiu o preenchimento de depressões, introdução da drenagem e o cálculo da direção de fluxo e grade de acumulação de fluxo. A análise de componentes principais reduziu os atributos morfométricos da bacia de drenagem em três fatores, com alta porcentagem da variância original. A partir da análise de grupos definiram-se sete classes de bacias com padrões morfológicos típicos. Os resultados obtidos sugerem a viabilidade de aplicação da mesma seqüência de procedimentos para outras áreas.

  7. Caracterização física em duas bacias hidrográficas do Alto Juruá, Acre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eth R. da Silva

    2014-07-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, realizar a caracterização física das Bacias Hidrográficas do Igarapé Canela Fina e Igarapé Preto, ambas localizadas no município de Cruzeiro do Sul, AC. Para a classificação não supervisionada empregou-se o ISODATA através dos produtos do sensor TM, a bordo do satélite Landsat-5 fornecidos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. O período avaliado se estende entre os anos de 2005 a 2010. Os resultados mostram um aumento médio de 48,11% em áreas desflorestadas para essas bacias e redução média em áreas florestadas de 50,58%, em consequência de intervenções antrópicas ocorridas ao longo dos últimos anos. As características físicas calculadas demonstraram similaridade entre as bacias hidrográficas, ambas respondem lentamente a eventos hidrológicos e, portanto, não propícias a enchentes. As modificações realizadas ao longo dos últimos anos na superfície das bacias hidrográficas alteraram possivelmente a dinâmica hídrica dos igarapés e os resultados obtidos indicam a eficiência do Sensoriamento Remoto e Sistema de Informação Geográfica na análise da dinâmica espaço-tempo da vegetação e caracterização morfométrica das bacias hidrográficas.

  8. APONTAMENTOS SOBRE AS ALDEIAS GUARANI PRÉ-COLONIAIS DA BACIA DO RIO PARANÁ - PARANAPANEMA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David Lugli Pereira

    2015-05-01

    Full Text Available O presente artigo buscou levantar dados bibliográficos e pesquisas de campo que caracterizassem particularidades e generalidades sobre as antigas aldeias guarani dos vales dos rios Paranapanema e Paraná. Esses dados, quando possível, foram correlacionados com documentos etnohistóricos e etnográficos, os quais, por meio de analogia, colaboraram para a interpretação. O estudo do caso complementar do Sítio Arqueologico Célia Maria contribuiu para entendermos melhor as características de aldeias guarani dispostas a distância dos grandes vales.

  9. O USO DO SOLO E O CONFLITO POR ÁGUA NO ALTO RIO RIACHÃO NO NORTE DE MINAS GERAIS: UMA ANÁLISE AUXILIADA PELAS GEOTECNOLOGIAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    marcos esdras leite

    2010-07-01

    Full Text Available Inserida na microrregião geográfica de Montes Claros, norte de Minas, a bacia do rio Riachão vem sendo “palco” de disputas entre irrigantes e agricultores familiares pelo uso do solo e da água. Localizada em uma região, na qual a concentração de chuvas compromete a manutenção de corpos d’água perenes, a bacia do referido rio assume um papel estratégico para a qualidade de vida da população ribeirinha. Este estudo buscou a partir da aplicação das geotecnologias compreender as analogias entre a ocupação do solo/utilização da água, no alto Riachão, e as relações de conflitos emanadas desta realidade. A partir dos resultados encontrados pode-se perceber a relação intrínseca entre as formas desordenadas do uso do solo e a disponibilidade de água na jusante dessa bacia, o que tem gerado conflitos entre os irrigantes, concentrados na parte alta da bacia e os pequenos produtores prevalecentes no médio e no baixo Riachão.

  10. Associations between fish assemblage and riparian vegetation in the Corumbataí River Basin (SP Associações entre assembléia de peixes e a mata ciliar na bacia do rio Corumbataí (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. Cetra

    2007-05-01

    Full Text Available This work intends to examine if there are associations between fish species and the state of conservation of the riparian forest in the Corumbataí River Basin. Four main rivers were chosen for this study with three sites on each. Collections were carried out from March to June and from September to December 2001. Multivariate techniques were applied to determine the correlation between species richness and the order of the rivers, preservation level of the riparian forest, shade level, presence or absence of Eucalyptus, sugar cane and pastures, and surrounding declivity stability of the sites. Species richness was highest at locations with greater vegetation cover and preserved riparian forest.Este trabalho teve o objetivo de examinar se existem associações entre as espécies de peixes e o estado de conservação das matas ciliares na bacia do rio Corumbataí. Foram escolhidos 4 rios principais com 3 pontos de coleta em cada um. Foram realizadas coletas nos períodos de março a junho e de setembro a dezembro de 2001. Técnicas multivariadas foram aplicadas para determinar a correlação entre a riqueza de espécies e a ordem dos rios, estado de preservação da mata ciliar, sombreamento, presença ou ausência de Eucalyptus, cana-de-açúcar e pastagens, e nível de estabilidade do barranco ao redor dos pontos de coleta. A riqueza de espécies foi maior em locais com maior cobertura vegetal e mata ciliar preservada.

  11. The construction of a revitalization program for the São Francisco River watershed

    OpenAIRE

    Machado, Antonio Thomaz da Mata

    2008-01-01

    A construção de um Programa de Revitalização da bacia do Rio São Francisco está em curso. Um decreto presidencial de 2001 e os Planos de Recursos Hídricos das bacias dos rios São Francisco e Velhas introduziram critérios e conceitos inovadores na definição de propostas para a recuperação hidroambiental de bacias hidrográficas. A polêmica em torno das obras de transposição de águas do Rio São Francisco e da implementação da lei das águas na bacia determina o processo de construção do programa....

  12. Análise comparativa entre duas bacias hidrográficas utilizando um protocolo de avaliação rápida da diversidade de habitats / Comparative analysis between two hydrographic basin using a rapid habitats diversity evaluation protocol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Antonio Krupek

    2010-04-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo utilizar um protocolo de avaliação rápida da diversidade de habitats como ferramenta para comparar duas bacias de drenagem localizadas no município de Guarapuava, estado do Paraná: a bacia hidrográfica do rio Cascavel (25º23’03”S-51º28’12”W e a bacia hidrográfica do rio das Pedras (25º13’10”S-51º28’40”W, que se encontram relativamente próximas e estão sob diferentes intensidades de influências antrópicas. Este protocolo tem como finalidade avaliar características da água e do entorno de ecossistemas aquáticos a partir da atribuição de pontuação a cada um dos parâmetros com base na observação das condições do habitat. As coletas de dados foram realizadas no período de 10 de junho a 30 de julho de 2007 em vinte pontos de amostragem estabelecidos em cada uma das bacias de drenagem estudadas. Comparativamente, a grande maioria dos parâmetros apresentou diferenças significativas entre os dois sistemas, sendo que os rios e riachos da bacia do rio das Pedras encontram-se nitidamente em melhores condições que a bacia do rio Cascavel, onde seus ecossistemas aquáticos apresentam visíveis sinais de degradação. O uso de avaliações rápidas como este protocolo é uma importante ferramenta no desenvolvimento de programas de monitoramento ecológico e na restauração de ambientes lóticos. AbstractThe main object of the present work was to use a protocol of rapid habitat diversity evaluation as tool to compare two drainage basin located in the municipality of Guarapuava, mid-southern region of Paraná state: Cascavel river basin (25º23’03”S-51º28’12”W and Pedras river basin (25º13’10”S-51º28’40”W, which meets relatively near and under different intensities of entropic influences. This protocol has the purpose of evaluating water and riparian characteristics of the aquatic ecosystems from the attribution of values to each parameter through observation of

  13. Período reprodutivo de fêmeas de Hypostomus commersoni Valenciennes, 1836, em uma barragem na bacia do rio Uruguai

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita Cristina Gomes Galarça

    2014-03-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2014v27n2p87 O cascudo Hypostomus commersoni, nativo da Bacia do Rio Uruguai, pertencente à família Loricariidae, é encontrado habitualmente em ambientes lênticos e tem sua biologia ainda pouco conhecida na região do Pampa Brasileiro. Foi verificado o período reprodutivo pela análise da variação mensal do índice gonadossomático (IGS, do índice hepatossomático (IHS, e o fator de condição gonadal (∆K, além da observação macroscópica do estádio de desenvolvimento gonadal. Após a análise dos resultados pode se concluir que a espécie em estudo tem seu período reprodutivo de setembro estendendo-se a janeiro, atingindo seu pico de reprodução em novembro. Os indicadores IHS e ∆K apresentaram-se mais elevados no mês de outubro, demonstrando uma melhor condição gonadal e o IHS revelou um acúmulo de reservas lipídicas para fornecer energia na vitelogênese, no mês antecedente ao pico de reprodução, sendo desta forma, bons indicadores que corroboram com o período de reprodução determinado.

  14. Sedimentologia e estratigrafia dos turbiditos lacustres da Formação Candeias no nordeste da Bacia do Recôncavo, Bahia

    OpenAIRE

    Aglaia Trindade Brandão

    2015-01-01

    A Formação Candeias (PACK & ALMEIDA, 1945) pertencente ao Grupo Santo Amaro, consiste em arenitos e folhelhos do período Cretáceo e corresponde aos primeiros depósitos da abertura plena do rifte da Bacia do Recôncavo. A idade destes sedimentos varia do Berriasiano médio ao Valanginiano inferior (~143M. a.), com uma amplitude temporal de 4,5 M.a. e uma espessura média de 1000 m. Localiza-se no andar Rio da Serra, e os sedimentos são interpretados como lacustres e depósitos de corrente de turbi...

  15. CARACTERIZAÇÃO DOS AREAIS DA BACIA DO RIBEIRÃO SUJO, MUNICÍPIO DE SERRANÓPOLIS/GO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marluce Silva Sousa

    2009-12-01

    Full Text Available A microbacia do Ribeirão Sujo, bacia do Paranaíba, abrange uma área de 164 km2 no município de Serranópolis, na microrregião Sudoeste de Goiás, apresentando extensas manchas de solos arenosos degradados e sem cobertura vegetal, chamados de “areais”. Nesta microbacia foram analisados os condicionantes naturais e as transformações da paisagem pelos processos sociais para compreender a formação dos areais. O objetivo deste trabalho é apresentar os principais aspectos dos areais, com ênfase na compreensão do nível de degradação do solo. O processo de formação de areais envolve uma dinâmica que se desencadeou a partir da carência de nutrientes e do manejo inadequado do solo numa área de forte fragilidade potencial, originando pequenas manchas de areia exposta, desencadeando processos erosivos e degradação do solo, associados à excessiva pressão de pastejo, o que, por sua vez, facilitou a expansão dos areais. A dimensão dos areais já perfaz 1,4% da área da microbacia, tendo o maior deles cerca de 79 ha. Sugere-se, de imediato, a implantação de medidas mitigadoras para conter o avanço dos areais e, com tempo, a sua possível recuperação.

  16. PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE ALUNOS DO ENSINO BÁSICO DE SÃO GONÇALO (RJ EM RELAÇÃO ÀS BACIAS HIDROGRÁFICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Netto Medeiros da Silva

    2014-03-01

    Full Text Available Os problemas de inundações no município de São Gonçalo (RJ são cada vez mais comuns. Esta realidade é favorecida pelas condições geográficas do município somadas à intensa ocupação urbana. O agravamento das inundações também pode estar relacionado ao nível de percepção e compreensão da população em relação ao funcionamento de rios e bacias hidrográficas. O desconhecimento da dinâmica ambiental atinge também as escolas, onde o conceito de bacia hidrográfica não está sendo devidamente repassado e discutido dentro de ações de Educação Ambiental. Diante deste quadro, o presente trabalho se propôs a investigar a percepção ambiental em relação aos rios e bacias hidrográficas urbanizadas, de alunos do Ensino Básico de escolas públicas situadas em duas bacias hidrográficas que apresentam intensa degradação e descaracterização de seus rios. Para tanto, 80 estudantes foram entrevistados, percebendo-se que os mesmos não possuem conhecimento sistematizado acerca das bacias hidrográficas, o que contribui para o pouco compromisso com a preservação ambiental. A execução dessa proposta de pesquisa permitiu uma reflexão sobre as formas de abordagem do conteúdo escolar sobre rios e bacias hidrográficas.

  17. Spar genetic analysis of two invasive species of Cichla (Tucunaré (Perciformes: Cichlidae in the Paraná river basin = Análise genética via spar, de duas espécies de Cichla (Tucunaré (Perciformes: Cichlidae introduzidas na Bacia do rio Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanna Caputo Almeida-Ferreira

    2011-01-01

    à hibridização. O presente trabalho utilizou marcadores moleculares SPAR para confirmar a presença de híbridos e os mecanismos de ruptura de isolamento entre essas espécies. Setenta e dois espécimes foram coletados em diversos pontos da bacia do rio Paraná e da bacia Amazônica e foram analisados. Marcadores moleculares SPAR exclusivos foram obtidos para populações de Cichla kelberi e C. piquiti, confirmando a introdução das duas espécies na região. A identificação dos marcadores diagnósticos em espécimes da bacia do rio Paraná confirmou também a hibridização entre estas espécies exóticas.

  18. Water quality assessment of fifth-order tributaries of the reservoir at the Marechal Mascarenhas de Morais Hydroelectric Power Station in the Rio Grande watershed (State of Minas Gerais, Brazil Avaliação da qualidade da água dos afluentes de quinta ordem do reservatório da Usina Hidrelétrica de Marechal Mascarenhas de Morais na bacia hidrográfica do médio rio Grande (Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Douglas de Pádua Andrade

    2012-09-01

    a qualidade da água das nascentes e fozes dos afluentes de quinta ordem que abastecem o reservatório da UHE Marechal Mascarenhas de Morais na bacia do médio rio Grande, Minas Gerais. Métodos: Avaliaram-se 14 afluentes distribuídos no reservatório, sendo dois pontos por afluente - nascente e foz. Dezoito variáveis limnológicas somadas ao Protocolo de Avaliação Rápida e o Índice de Estado Trófico foram avaliados. Os macroinvertebrados bentônicos foram coletados com peneira granulométrica e pegador de fundo Petersen. Resultados: A análise de agrupamento das variáveis limnológicas revelou a existência de dois grupos. O grupo I foi composto por afluentes eutrofizados degradados por atividades humanas, enquanto que o grupo II apresentou águas de boa qualidade e ambientes preservados. Houve uma divisão do grupo I em dois subgrupos, onde Ia foi caracterizado por possuir afluentes alterados, enquanto que o subgrupo Ib foi composto por afluentes altamente impactados. Através da PCA pode-se observar segregação espacial dos grupos, onde os afluentes mais poluídos foram separados daqueles mais preservados. Um total de 8.987 indivíduos pertencentes a 36 famílias de macroinvertebrados foram identificados. A família Chironomidae foi a mais abundante. Não houve diferença significativa na abundância total dos macroinvertebrados bentônicos, tampouco a riqueza dos táxons de macroinvertebrados que habitavam nascentes, daqueles que habitavam fozes. Conclusões: Verificou-se que a maior parte dos afluentes que abastecem e compõe o reservatório já se encontram degradados e possuem águas de baixa qualidade. Observa-se que a presença humana afetou drasticamente a qualidade da água e composição faunística dos afluentes. Dessa forma, faz-se necessário um estudo complementar dos afluentes ao trabalharmos com questões ligadas a reservatórios, pois esses apresentam influência direta na qualidade da água e na composição desses ambientes lênticos.

  19. Novas Ocorrências de Âmbar Provenientes da Bacia do Araripe (Formação Santana, Membro Crato.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Pereira

    2007-07-01

    Full Text Available O âmbar é uma resina fóssil originada devegetais superiores, tanto gimnospermas quantoangiospermas. A análise de sua composição molecularpermite que se determine a origem botânica domesmo, também apresentando importância pela suaextraordinária capacidade de preservação de inclusõesorgânicas, tais como insetos, pequenos vertebrados erestos vegetais. No Brasil, a Bacia do Araripe constituia bacia sedimentar mais prolífica em âmbar, tendosido relatadas diversas ocorrências. Esses registrossão todos provenientes do Membro Crato, FormaçãoSantana (Cretáceo Inferior, Aptiano, consistindosempre em gotas de material resinoso imersos emcamadas de calcário laminado. A análise químicade algumas dessas amostras indicou a famíliaAraucariaceae como a possível fonte botânica dessesâmbares. Na localidade de Nova Olinda, CE, foramencontrados três fragmentos de material resinosocom aspecto vítreo amarelado e diâmetro médiode 1 cm, constituindo um novo registro de âmbarno Brasil. Os fragmentos encontram-se imersosem placas de calcário laminado, típico do MembroCrato. A superfície dos mesmos apresenta aspectotrincado, com morfologia semelhante a um padrãode fratura do tipo conchoidal. Seus eixos maioresencontram-se paralelos aos planos de estratificaçãodo sedimento, estando deformados nesse sentidoprovavelmente devido à compressão litostática. Nomomento, esses âmbares estão sendo analisados porCromatografia Gasosa acoplada à Espectrometriade Massas para caracterização da composiçãomolecular e conseqüente estabelecimento da origembotânica dos mesmos.

  20. Zoneamento do potencial agrícola dos solos de uma área de cultivo na Zona da Mata de Pernambuco / Zoning of the agricultural potential of the soil at a cultivation area in the region “Zona da Mata” of Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuella Vieira Barbosa Neto

    2017-11-01

    Full Text Available A bacia do rio Natuba é um importante polo de produção de hortaliças para o abastecimento, sobretudo, da zona metropolitana do Recife. O planejamento racional do uso das terras nesta bacia se faz necessário para assegurar a conservação deste recurso. Este trabalho objetivou realizar o zoneamento da aptidão agrícola das terras do médio curso da bacia do rio Natuba – PE, considerando o emprego da média (manejo B e alta (manejo C tecnologias. A análise baseou-se nos critérios: deficiência de fertilidade, deficiência de água, excesso de água, suscetibilidade à erosão e impedimentos à mecanização. Os resultados indicaram que as formas de uso conservacionistas, mais recomendados são a pastagem plantada e lavouras, de forma restrita, no manejo B. A possibilidade de utilização do solo no manejo C se restringe à unidade dos Latossolos, posicionada em áreas de topo, e dos Gleissolos no ambiente de várzea. O uso atual praticado na área de estudo, somente, em parte está em conformidade com a aptidão agrícola das terras. Nas encostas íngremes, o uso intensivo com agricultura irrigada, está em desacordo com o potencial de uso agrícola. Técnicas de manejo que visam à utilização do solo de modo conservacionista devem ser implantadas em toda área.

  1. Padrão espaço-temporal da umidade volumétrica do solo em uma bacia hidrográfica com predominância de latossolos

    OpenAIRE

    Ávila,Léo Fernandes; Mello,Carlos Rogério de; Mello,José Márcio de; Silva,Antônio Marciano da

    2011-01-01

    A umidade volumétrica do solo possui alta variabilidade espacial e temporal devido à influência de vários fatores ambientais e de uso do solo. Desse modo, seu entendimento assume papel fundamental na modelagem dos processos que envolvem o escoamento superficial, a erosão do solo e o transporte de sedimentos. Nesse contexto, objetivou-se neste estudo avaliar o padrão espacial e temporal da umidade volumétrica na camada superficial do solo, nas diferentes estações do ano, em uma bacia hidrográf...

  2. Rede neural artificial aplicada à previsão de vazão da Bacia Hidrográfica do Rio Piancó Artificial neural network applied to the forecast of streamflow in the Piancó River Basin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wanderson dos S. Sousa

    2010-02-01

    Full Text Available A previsão de vazão em um sistema hídrico não é apenas uma das técnicas utilizadas para minimizar o impacto das incertezas do clima sobre o gerenciamento dos recursos hídricos mas, também, um dos principais desafios relacionados ao conhecimento integrado da climatologia e da hidrologia de uma bacia hidrográfica. O objetivo deste trabalho foi modelar a relação não-linear entre chuva e vazão na bacia hidrográfica do rio Piancó, no semiárido paraibano, através da técnica de Redes Neurais Artificiais (RNA. Aqui se avaliou a capacidade da RNA modelar o processo chuva-vazão em base mensal e se considerou, durante o seu treinamento, a influência da arquitetura da rede e da inicialização dos pesos. No final do treinamento foi escolhida a melhor arquitetura para modelar vazões médias mensais na bacia estudada, com base no desempenho do modelo. A arquitetura de RNA que produziu melhor resultado foi a RC315L, com valores para o coeficiente de determinação, de eficiência e erro padrão da estimativa de 92,0, 77,0% e 8,29, respectivamente.Streamflow forecasting in a water system is one of the techniques used to reduce the impact of the uncertainties of the climate on administration of the water resources. That technique can be considered as one of the principal challenges related to the integrated knowledge of the climatology and of the hydrology of the river basin. The aim of this work was to model the non-linear relationship between rainfall and streamflow in the Piancó River Basin, in the Paraíba semiarid, using the technique of Artificial Neural Networks (ANN. Here the ability of ANN was evaluated to model the rainfall-runoff process on a monthly basis. During training of the ANN, the network architecture and weights initialization influence were considered. At the end of the training the best architecture was chosen, to model the streamflow monthly mean in the studied basin, based upon the performance of the model. The ANN

  3. OS SOLOS E GEOAMBIENTES DAS CAMPINARANAS AMAZÔNICAS: RELAÇÃO GENÉTICA ENTRE OS GEOAMBIENTES E A EVOLUÇÃO DA PAISAGEM EM UM TRANSECTO NA BACIA DO ALTO RIO NEGRO, AMAZÔNIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora de Sena Oliveira Mendes

    2017-08-01

    Full Text Available As Campinaranas Amazônicas da bacia do alto Rio Negro constituem ecossistemas singulares, que têm como substrato material arenoso, principalmente solos do tipo Espodossolos. Ocorrem em diferentes posições topográficas, como em zonas deprimidas sobre interflúvios tabulares, bases de vertentes, terraços fluviais e paleocanais e envolvidos pela floresta tropical amazônica, da qual diferem principalmente pelo porte dos indivíduos. Há variações fisionômicas importantes diretamente ligadas às condições edáficas (textura, teor de nutrientes e matéria orgânica, topográficas e à influência do nível freático. Embora ocupem áreas significativas da bacia do Rio Negro e constituam ambientes de grande fragilidade, ainda são poucos os estudos sobre a ecologia das Campinaranas na região. O Objetivo deste trabalho é caracterizar uma área de campinaranas além compreender relações genéticas entre o solo e a vegetação na escala da paisagem. Em campo foi feito um transecto abrangendo quatro geoambientes distintos. Em cada um deles o foram feitas análises do solo de complexo sortivo, teor de matéria orgânica, nitrogênio e textura. Constatou-se que os padrões florísticos, estruturais e de diversidade das Campinaranas estão fortemente relacionados à profundidade do lençol freático, à variação de textura e do teor de macro e micronutrientes. Dois geoambientes foram interpretados como mais antigos e dois como mais jovens a diversidade da vegetação e dos solos ao longo do transecto está intimamente ligada ao desenvolvimento e evolução da podzolização e ao processo de instalação e incisão da rede de drenagem na área. Conclui-se que a vegetação e sua variação no espaço se mostraram importante indicador da transformação.

  4. Itinerário dos usuários de medicamentos via judicial no estado do Amazonas, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marselle Nobre de Carvalho

    2014-12-01

    Full Text Available Este artigo teve como objetivo analisar o itinerário dos usuários que tiveram acesso a medicamentos via judicial no estado do Amazonas, Brasil. Trata-se de estudo qualitativo, prospectivo, baseado em dados coletados por meio de entrevistas semiestruturadas com usuários que receberam medicamentos via mandado judicial. A judicialização na saúde mostrou-se um fator agregador ao reconhecimento dos direitos e da cidadania pelos usuários que, na sua trajetória de vida, acabaram adquirindo um grande aprendizado sobre formas de enfrentar a falta de acesso aos medicamentos. Conclui-se que a relação entre o sujeito e o Estado permanece desigual, e o direito à saúde se deu na dimensão individual e restritiva, desconsiderando a dimensão coletiva e a concepção de cidadania.

  5. Influência dos parâmetros de configuração do modelo CALMET sobre a simulação da circulação atmosférica na região metropolitana do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Claudio Gomes Pimentel

    2014-12-01

    Full Text Available O objetivo desse estudo é a analise dos efeitos dos parâmetros de configuração do modelo CALMET sobre a simulação da circulação atmosférica em superfície nas Bacias Aéreas I e III da Região Metropolitana do Rio de Janeiro (RMRJ. O estudo foi realizado para um período em que a RMRJ estava sob a atuação de um sistema de alta pressão, que não influenciou significativamente as circulações locais na região. A análise conjunta dos resultados indica que a melhor configuração para simulações do campo de vento na RMRJ com o sistema combinado de modelagem MM5/CALMET é obtida utilizando o valor de 10 km para o parâmetro TERRAD e Raio de Influência entre 7 e 10 km.

  6. Estudo da geometria hidráulica do Rio dos Bugres, no município de Rio Negrinho - SC

    OpenAIRE

    Grison, Fernando

    2013-01-01

    Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, Florianópolis, 2013. O presente trabalho aplicou a teoria da geometria hidráulica no rio dos Bugres, em várias seções e trechos desse rio. Foi feita uma comparação entre resultados da geometria hidráulica obtidos pelo método clássico proposto por Leopold com derivações analíticas propostas por Dingman. Foram definidos 11 pontos de estudo ao longo do rio dos Bugr...

  7. Avaliação da vulnerabilidade ambiental de reservatórios à eutrofização Evaluation of reservoirs environmental vulnerability to eutrophication

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cléa Brito de Figueirêdo

    2007-12-01

    Full Text Available Esse trabalho apresenta uma ferramenta de análise da vulnerabilidade de reservatórios à eutrofização, visando subsidiar ações de controle e remediação desse processo. Foram analisadas três subbacias de açudes - Araras, Edson Queiroz e Jaibaras, da bacia do Acaraú, CE, Brasil. A análise multiatributo usada na definição de indicadores ambientais de vulnerabilidade dos açudes à eutrofização, considerou sua sensibilidade e fatores de pressão nas suas sub-bacias que acarretam o transporte de sedimentos e nutrientes para os reservatórios. Foi utilizado um Sistema de Informações Geográficas (SIG com a ferramenta álgebra de mapas para manipular dados de uso e ocupação do solo, declividade do terreno e erodibilidade do solo. Foi identificada alta vulnerabilidade à eutrofização nos três açudes pelas susceptibilidades à erosão, alta carga poluidora principalmente pela pecuária extensiva na região e baixa profundidade relativa dos reservatórios.This work presents a tool to analyze the vulnerability of reservoirs to eutrophication, aiming to subsidize control and remediation actions related with this process. It was analyzed the water basins of Araras, Edson Queiroz and Jaibaras reservoirs, located in the Acaraú watershed, Ceará, Brazil. The multi-criteria analyses methodology used, in order to define environmental vulnerability indicators to reservoir eutrophication, considered reservoir sensibility and pressure factors in the water basin responsible for the transport of sediments and nutrients to the reservoir. A Geographic Information System (GIS with map algebra as major tool was applied to soil use and occupation, declivity and erosion indicators. It was identified high vulnerability to eutrophication in the three mentioned reservoirs because of the waterbasins susceptibility to erosion, high phosphorous load mainly from the extensive cattle raising and low relative depth of the reservoirs.

  8. Hidrogeoquímica de Metais em Água Fluvial: Fontes Geológicas Graníticas e Gnáissicas - Bacia do Rio Paquequer, Teresópolis, Estado do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Semiramis Silveira

    2014-07-01

    Full Text Available A bacia de drenagem do rio Paquequer (269 km² faz parte da região hidrográfica do rio Paraíba do Sul e situa-se no município de Teresópolis no estado do Rio de Janeiro. A sua litologia é representativa dos granitos e gnaisses da Região Sudeste do Brasil. Objetiva-se avaliar o processo de intemperismo destas rochas e a mobilidade dos elementos químicos através da hidrogeoquímica fluvial. Foram amostrados 15 pontos fluviais (com medição de vazão e parâmetros físico-químicos sendo 9 no canal principal e 6 nos principais afluentes. As amostras foram analisadas por ICP-MS para Si, Fe, Mn, Al, Cu, Ni, Cr, Zn, Ba, Rb, Sr, Pb, Cd e Co e por cromatografia de íons para Na+ , K+ , Mg2+ e Ca2+. Dados da literatura referentes à composição elementar destas rochas foram utilizados. A hidrogeoquímica fluvial é dominada por Na, Ca e Si. Os metais Pb, Cd, Co e Cr apresentaram valores muito baixos refletindo a baixa abundância nas rochas e a inexistência de fontes antrópicas industriais. As concentrações encontradas para os elementos Ni, Zn e Cu foram baixas e relacionadas ao núcleo urbano. A análise estatística multivariada mostrou 4 grupos principais, sendo utilizado o grupo 2 (pontos do médio e baixo curso do canal principal para a estimativa de intemperismo. A composição geoquímica da Unidade Rio Negro (migmatito influenciou a hidrogeoquímica através da razão Mg/Fe, maior no afluente que drena esta litologia. A carga fluvial indicou a fonte principal litológica para Si, Mg, Na, K, Ca, Sr, Ba e Rb. A estimativa de taxa de intemperismo indicou 3 grupos de elementos: i os muito móveis (Ca e Sr; ii os pouco móveis (Mg, K, Mn, Rb, Ba e Si e iii os imóveis (Fe e Al. Desta forma sugere-se que o plagioclásio (com Ca e Sr na sua estrutura é o primeiro mineral a ser dissolvido e lixiviado na água percolante no perfil de intemperismo, seguido pelo K-feldspato e biotita. Parte do Si é retida para a cristalização de minerais

  9. Índice de Vulnerabilidade à Erosão para Uma Bacia na Mesorregião do São Francisco Pernambucano, d Partir das Relações entre Morfogênese e Pedogênese.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jéssica Bezerra de Menezes

    2007-12-01

    Full Text Available No contexto semi-árido do Nordeste do Brasil os processos superficiais são comandados pela magnitude dos inputs pluviais, sua recorrência espaço-temporal e interação direta com as formações superficiais peculiares a este domínio e as práticas de uso da terra. De fato, na escala das micro-bacias a erosão hídrica representa a forma mais importante de ocorrência e constitui um problema ambiental nos espaços agrários tradicionais do semi-árido nordestino. Na bacia do riacho Mulungu, o panorama social da comunidade denota o baixo nível de desenvolvimento humano, enquanto o panorama ambiental reflete a pressão que esta exerce sobre o seu suporte natural, sendo observada erosão linear em sulcos e ravinas, formação de leques de dejeção assoreando o leito do rio, crostas salinas na superfície do solo e baixa densidade da cobertura vegetal nativa. O objetivo deste trabalho foi determinar um índice de vulnerabilidade à erosão para a bacia do riacho Mulungu, utilizando os princípios da Ecodinâmica de Tricart e técnicas de sistema de informção geográfica e sensoriamento remoto. A fim de se obter uma imagem sucinta da estruturação superficial da paisagem e sua dinâmica, foram superpostos em ambiente digital os mapas pedológico, geomorfológico, geológico, de vegetação, do modelo digital de elevação e de declividade da área. Em seguida, foram estimados índices de vulnerabilidade considerando a interação entre a geologia, a geomorfologia, os tipos de solo, a vegetação, a distribuição da precipitação e o uso do solo. A partir da análise desses parâmetros, foi estimado um índice geral de vulnerabilidade morfodinâmica para a bacia que correspondeu a 2,0, indicando que a área da bacia possui um grau de susceptibilidade intermediário.

  10. Microbial filaments in stromatolites and laminites of Balbuena III Sequence (Maastrichtian/Danian of Yacoraite Formation in Metán-Alemania Sub-basin, Salta region, Argentina, and its alaeoenvironmental significance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Roemers-Oliveira

    Full Text Available RESUMO A Bacia de Salta localiza-se no noroeste argentino e sua origem está relacionada a um rifte intracontinental, formado durante o Cretáceo e início do Paleógeno. Subdivide-se em quatro sub-bacias (Lomas de Olmedo a leste; Sey a oeste; Tres Cruces a norte; e Metán-Alemania a sul que foram preenchidas por sedimentos dos Subgrupos Pirgua (fase sin-rifte, Balbuena e Santa Bárbara (fase sag . O Subgrupo ou Supersequência Balbuena é dividido em quatro sequências: Balbuena I, II, III e IV, da base para o topo. O presente estudo identificou filamentos microbianos em imagens geradas pelo microscópio eletrônico de varredura em amostras de estromatólitos e laminitos da Sequência Balbuena III (Maastrichtiano/Daniano da Formação Yacoraite, na Sub-bacia Metán-Alemania, região do dique Cabra Corral, distrito de Coronel Moldes, Argentina. A ocorrência desses filamentos, identificados em calcários formados em períodos de clima árido e depositados no intervalo de lago fechado da sequência em estudo, indica a influência de atividade biológica na formação dessas rochas. A identificação dos filamentos microbianos, preservados a partir de estruturas de cianobactérias, auxilia a interpretação paleoambiental, uma vez que a ocorrência desses microorganismos é limitada à zona fótica e é comum a ambientes estressantes. Os laminitos da área de estudo foram interpretados como formados em planícies lamosas supralitorâneas na zona vadosa, enquanto os estromatólitos se formaram em ambiente sublitorâneo, estando constantemente submersos. Além dos microbialitos, ocorrem na Sequência Balbuena III fácies carbonáticas, siliciclásticas e mistas, depositadas em ambiente lacustre.

  11. Inventário masculino dos esquemas de gênero do autoconceito (IMEGA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Giavoni

    Full Text Available O propósito deste artigo foi elaborar e validar o Inventário Masculino dos Esquemas de Gênero do Autoconceito (IMEGA. Baseado nas estruturas fatoriais das escalas masculina e feminina do Inventário dos Esquemas de Gênero do Autoconceito (IEGA, este instrumento avalia os esquemas masculino e feminino do autoconceito dos homens. A amostra utilizada foi composta por estudantes universitários do sexo masculino. Para a validade de construto do IMEGA, foram realizadas análises fatoriais (Principal Axis Factoring - PAF, com rotações oblíquas e ortogonais, para ambas as escalas e análise da consistência interna dos fatores (alfa de Cronbach. Os resultados demonstram que ambas as escalas são compostas por estruturas multifatoriais que se assemelham às estruturas fatoriais do IEGA. Devidamente validado, o IMEGA pode ser utilizado para avaliar os esquemas masculino e feminino do autoconceito de indivíduos do sexo masculino.

  12. Avaliação da qualidade ambiental urbana da bacia do ribeirão do Lipa através de indicadores, Cuiabá/MT / Assessment of urban environmental quality in the basin of the Ribeirão Lipa through indicators, Cuiabá/MT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacqueline Kayser Alkmim

    2011-04-01

    Full Text Available O crescimento e adensamento populacional nas cidades têm aumentado a importância da qualidade dos espaços urbanos, e diante desse tema este artigo busca realizar a avaliação da qualidade ambiental da área urbana da sub-bacia do Ribeirão do Lipa, localizada na cidade de Cuiabá/MT, usando como referência os modelos de avaliação do ambiente urbano baseados em indicadores ambientais e de infraestrutura sanitária e viária, aos quais foram atribuídos pesos de acordo com a sua relevância para o estado de qualidade meio urbano. O trabalho foi desenvolvido na parte urbana da sub-bacia do Ribeirão do Lipa, que é uma das mais preservadas dentre aquelas inseridas no perímetro urbano de Cuiabá e passa nos últimos anos por severo processo de urbanização.

  13. Morfometria de microbacias do Córrego Rico, afluente do Rio Mogi-Guaçu, Estado de São Paulo, Brasil Morphometric measures of Córrego Rico catchments, Mogi-Guaçu River, State of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Cristina Tarlé Pissarra

    2010-08-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar as características morfométricas das microbacias (2ª, 3ª, 4ª e 5ª ordens de magnitude da bacia hidrográfica do córrego Rico, sub-bacia do Rio Mogi-Guaçu, localizada na região administrativa de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, Brasil. Para tanto, foram determinados os parâmetros físicos e a configuração topográfica natural do sistema de drenagem. Os procedimentos para a obtenção dos dados foram fundamentados em técnicas de sensoriamento remoto e geoprocessamento. A partir da vetorização das cartas topográficas correspondentes à área de estudo, realizou-se a análise morfométrica quanto às características dimensionais, do padrão de drenagem e do relevo no sistema de informação geográfica ArcView. A microbacia é considerada de sexta ordem de magnitude, com área estimada de 542 km², com 85 microbacias de segunda ordem, 22 de terceira, sete de quarta ordem e duas de quinta. Utilizando o critério geométrico, na disposição fluvial das sub-bacias de cabeceiras observou-se a predominância dos modelos dendríticos e subdendríticos, enquanto a jusante predominava o modelo subparalelo, respectivamente, nas áreas de ocorrências dos arenitos Bauru e rochas efusivas básicas.This study had as its objective to evaluate the morphometric characteristics of the catchments of the Córrego Rico watershed, the sub-basin of the Mogi-Guaçu River, located in the administrative region of Ribeirão Preto, the State of São Paulo, Brazil, in order to measure physical parameters and topographical features of the natural drainage system. The procedures for obtaining the data were all based on remote sensing and geographic information systems. The topographic maps corresponding to the study area were extracted for analysis in the geographical information systems ArcView of the dimensional characteristics of the drainage and relief patterns. The watershed is considered a sixth order of

  14. Omnivory and resource - sharing in nutrient - deficient Rio Negro waters: stabilization of biodiversity? Omnivoria e repartição de recursos em águas pobres em nutrientes da Bacia do Rio Negro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilse Walker

    2009-09-01

    Full Text Available Amazonian biodiversity is notorious, this is also valid for the fauna of the mineral-deficient waters of the Rio Negro System. Some 25 years of research on the benthic fauna of Central Amazonian streams resulted in species-rich foodwebs with a high degree of omnivory within dense animal communities. To exemplify the taxonomic range of omnivorous consumers, the detailed resource spectra of 18 consumer species, including Protozoa (2 species, Platyhelminthes (1 species, insects (2 species, fish (6 species and shrimps (Decapoda, 7 species, associated primarily with the benthic habitats of Rio Negro tributaries, are presented. Special features of omnivory are characterized, and the importance of litter-decomposing fungi as essential energy input into the foodwebs is documented. It is shown that general omnivory -diverse omnivore consumers sharing most of the resource types- is a prevalent feature. The relevance of this general omnivory for the maintenance of biodiversity is discussed.A biodiversidade do Amazonas é notório e isto também é válido para as águas pobres em nutrientes da bacia do Rio Negro. Uma pesquisa de 25 anos da fauna béntica de igarapés da Amazônia Central resultou em redes alimentares caraterizadas por alta diversidade de espécies, por intensa omnivoria e por alta densidade populacional. Para demonstrar a generalidade taxonômica de omnivoria no bentos dos igarapés, são apresentados as listas de presas / recursos de 18 espécies de consumidores, sendo Protozoa (2 epécies, Platyhelminthes (1 espécie, insetos (2 espécies, peixes (6 espécies e camarões (Decapoda, 7 espécies. Diferentes categorias de omnivoria são apresentados, e a importância de fungos decompositores da liteira submersa como input básico de energia nas redes alimentares é demonstrada. É prevalente a omnivoria geral, sendo que as diferentes espécies omnívoros estão utilizando os mesmos recursos. Considera- se a relevância desta omnivoria geral

  15. Incorporação de indicadores de sustentabilidade na priorização de áreas para restauração florestal na bacia do rio Corumbataí, SP Incorporating sustainability indicators on site selection for forest restoration in the Corumbataí river basin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Frosini de Barros Ferraz

    2009-10-01

    Full Text Available Na bacia do rio Corumbataí, a vegetação natural ocupa menos de 3% de sua área total, e a ausência dessa vegetação florestal tem levado ao aumento dos processos erosivos e ao desequilíbrio do regime hídrico de seus rios, causando diversos problemas no abastecimento de água de várias cidades, como Piracicaba e Rio Claro. Desse modo, existe a necessidade de um reflorestamento criterioso em áreas dessa bacia. No entanto, devido à limitação de recursos, é necessário que sejam realizados estudos de seleção de áreas prioritárias para que, com os recursos disponíveis, o ganho ambiental das áreas restauradas seja máximo. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um método de priorização de áreas para restauração florestal baseado no uso de indicadores de sustentabilidade em microbacias. Cinco indicadores foram utilizados: porcentagem de mata nativa na APP; descontinuidade da vegetação nativa na bacia; diversidade da paisagem; variação média do uso da terra; e suscetibilidade à erosão. A seleção das microbacias para restauração das áreas de APP foi realizada por meio da ponderação linear dos indicadores e ordenamento das microbacias. Simulação inicial foi realizada para a seleção de 1.000 ha para restauração, e os resultados indicaram que os indicadores representam diferentes aspectos de sustentabilidade das microbacias. O método foi considerado útil na seleção de microbacias em condições extremas, diferenciando aquelas que necessitam de ações de conservação daquelas que necessitam de ações de restauração.In the Corumbataí river basin, State of São Paulo, forest remnants occupy less than 3% of the original total area, and the absence of this natural vegetation has been increasing erosion and disturbing hydrological regime of its streams, causing many problems on water supply in urban areas like Piracicaba and Rio Claro. This situation shows the need of a well planned reforestation in areas

  16. EFEITOS ANTRÓPICOS E SUAS IMPLICAÇÕES NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CARAPÁ, COLÍDER –MATO GROSSO/BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norma Aparecida de Oliveira Nobre

    2015-09-01

    Full Text Available O trabalho objetivou conhecer o perfil socioeconômico, as principais formas de uso do solo e as alterações no ambiente natural observadas na bacia hidrográfica do Rio Carapá, no município de Colider, Mato Grosso. Realizaram-se visitas in loco e aplicação de questionário composto por nove questões abertas. Foram entrevistados 30 camponeses em 16 diferentes comunidades rurais. Para a delimitação da área de estudo foram utilizadas informações de bases cartográficas com imagens de satélites LandSat (TM5, que refletem a situação da cobertura do solo e a interferência antrópica sobre o sistema natural. Os resultados mostram que a região da bacia hidrográfica e entorno encontra-se com desflorestada e, que para ampliar as áreas de pastagens as Áreas de Preservação Permanente – APP foram suprimidas. Aliados ao problema da ausência da vegetação ciliar e das áreas que seriam reserva legal, o solo e os recursos hídricos estão exposto a diferentes tipos de agentes de degradação. A rede de drenagem possui 234.849 km, sendo a densidade de drenagem considerada baixa com 6,9 m.ha-1. O estudo evidenciou que a região foi colonizada na década de 70 por migrantes vindos da região sul do país, pois há um percentual expressivo de famílias oriundas do Estado do Paraná, que trouxeram em sua bagagem o modelo de produção de uso e ocupação do solo de suas localidades de origem.

  17. EFEITOS ANTRÓPICOS E SUAS IMPLICAÇÕES NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CARAPÁ, COLÍDER –MATO GROSSO/BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norma Aparecida de Oliveira Nobre

    2013-11-01

    Full Text Available O trabalho objetivou conhecer o perfil socioeconômico, as principais formas de uso do solo e as alterações no ambiente natural observadas na bacia hidrográfica do Rio Carapá, no município de Colider, Mato Grosso. Realizaram-se visitas in loco e aplicação de questionário composto por nove questões abertas. Foram entrevistados 30 camponeses em 16 diferentes comunidades rurais. Para a delimitação da área de estudo foram utilizadas informações de bases cartográficas com imagens de satélites LandSat (TM5, que refletem a situação da cobertura do solo e a interferência antrópica sobre o sistema natural. Os resultados mostram que a região da bacia hidrográfica e entorno encontra-se com desflorestada e, que para ampliar as áreas de pastagens as Áreas de Preservação Permanente – APP foram suprimidas. Aliados ao problema da ausência da vegetação ciliar e das áreas que seriam reserva legal, o solo e os recursos hídricos estão exposto a diferentes tipos de agentes de degradação. A rede de drenagem possui 234.849 km, sendo a densidade de drenagem considerada baixa com 6,9 m.ha -1 . O estudo evidenciou que a região foi colonizada na década de 70 por migrantes vindos da região sul do país, pois há um percentual expressivo de famílias oriundas do Estado do Paraná, que trouxeram em sua bagagem o modelo de produção de uso e ocupação do solo de suas localidades de origem.

  18. Aspectos de leiaute e de design de lojas de vestuário: estudo da percepção dos usuários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Machado França

    2017-05-01

    Full Text Available Esta pesquisa tem como objetivo analisar o leiaute e os elementos do design tais como: iluminação, mobiliário presentes nos espaços da rede de varejo do vestuário do modelo fast fashion e a influência destes na percepção dos usuários. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas e observação não participante com os usuários destes espaços, buscando informações da interação deles com o ambiente. A revisão da literatura abordou os seguintes tópicos: design de lojas, modelo fast fashion, varejo de moda e usuários do vestuário. Por meio dos dados da pesquisa será possível identificar possíveis obstáculos do ambiente de loja para poder gerar melhores alternativas deste espaço ao usuário. Esta pesquisa aponta para abertura de novas oportunidades de exploração do design de lojas nos segmentos de varejo, por meio dos levantamentos obtidos nesta pesquisa.

  19. Análise da governança das águas da bacia hidrográfica da Lagoa Mirim, extremo sul do Brasil

    OpenAIRE

    Machado, Jeniffer Bianchi

    2012-01-01

    Dissertação(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Gerenciamento Costeiro, Instituto de Oceanografia, 2012. A peculiaridade das águas da Bacia Hidrográfica da Lagoa Mirim representa um singular desafio à gestão, pois 47% do território desta bacia estão em domínio brasileiro, e o restante no país vizinho, Uruguai, portanto seu corpo hídrico principal, sob um regime de águas compartilhadas, delimita a fronteira desse espaço geográfico binacional. Esse ce...

  20. Análise Bioestratigráfica com Base em Foraminíferos de Três Testemunhos da Região do Leque Almirante Câmara na Bacia de Campos, RJ.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David Bentes

    2007-07-01

    Full Text Available A Bacia de Campos é a principal áreaprodutora de hidrocarbonetos do país. A descobertade campos gigantes nessa bacia levou à intensificaçãodos estudos dos depósitos em águas profundas ehiperprofundas, tanto da dinâmica de sua gênese eevolução, quanto da tecnologia de produção. Assim,o estudo da bioestratigrafia do Quaternário dessabacia adquire importância, pois fornece uma molduraestratigráfica para a reconstituição da sedimentaçãonessa área. O objetivo do presente trabalho consisteno reconhecimento de biozonas com base emforaminíferos e na correlação estratigráfica de poçosperfurados no talude continental. O material estudadoé proveniente de três testemunhos coletados em2001, no Sistema Almirante Câmara (lâmina d’águaentre 1050 e 2400 m, pelo projeto “ImageamentoGeofísico do Sistema Turbidítico Moderno em ÁguasProfundas da Bacia de Campos”, desenvolvidopelo Depto. de Geologia/UFRJ em parceria com aPETROBRAS. Foram analisadas 77 amostras, comespaçamento de 3cm a 30cm, de acordo com critérioslitológicos e com a necessidade de um detalhamentomaior dos intervalos estudados. Em laboratório, asamostras foram pesadas (10 g e processadas segundometodologia tradicional para estudo de microfósseiscalcários. Em seguida, cada amostra foi peneiradaa seco para triagem, identificação e contagem. Aidentificação e classificação taxônomica seguiuBolli & Saunders (1985. In: Bolli et al. PlanktonStratigraphy e Kennet & Srinivasan (1983. NeogenePlanktonic Foraminifera: a Phylogenetic Atlas. Obiozoneamento utlizado como referência foi o deEricson & Wollin (1968. Sciences, v.162, refinadopor Vicalvi (1997, Bol.Geoci.Petrobras, v.11, n.1/2;1999. PPGG/UFRJ,Tese D.Sc.. Foram reconhecidasas biozonas Z (Holoceno, Y e X (Pleistoceno Finale identificado um possível hiato, englobando ointervalo Y5 – Y2; as taxas de sedimentação foramcalculadas para os intervalos Z, parte superior de Y1e Y1 total.

  1. Interfaces da gestão ambiental urbana e gestão regional: análise da relação entre Planos Diretores Municipais e Planos de Bacia Hidrográfica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Bovo Peres

    2013-12-01

    Full Text Available Este artigo relata uma pesquisa que discute como a questão ambiental vem sendo tratada nos instrumentos e práticas de gestão localizadas em dois recortes territoriais: municípios e bacias hidrográficas. Foi analisada a relação da dimensão ambiental com a gestão regional e municipal, por meio dos instrumentos Planos de Bacia Hidrográfica e Planos Diretores Municipais, tendo como locus a Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos Tietê-Jacaré do Estado de São Paulo. Os objetos de pesquisa selecionados foram o Plano de Bacia Hidrográfica Tietê-Jacaré e os Planos Diretores de Araraquara e São Carlos. A pesquisa abordou as seguintes categorias de análise: unidades de planejamento, instrumentos ambientais contidos no Plano de Bacia e nos Planos Diretores, instâncias de gestão e grau de influência entre os planos analisados. O método se pautou em levantamentos, análises bibliográficas e documentais, entrevistas semiestruturadas e questionários. Os resultados obtidos apontaram que o Plano de Bacia Hidrográfica ainda apresenta lacunas e dificuldades para uma atuação mais ampliada. Não reconhece os conflitos de uso da terra e de organização territorial como uma vulnerabilidade que precisa ser enfrentada. Mostraram, ainda, que os Planos Diretores Municipais concentram-se na aplicação dos instrumentos voltados ao parcelamento e ao zoneamento urbano. Nesses planos, as condições e os aspectos ambientais e regionais se apresentam como uma temática periférica e pouco articulada com as demais políticas. As análises procuraram demonstrar a complexa relação entre políticas, instrumentos e instâncias de planejamento e gestão, explicitando os obstáculos que dificultam a aplicação do conceito de gestão territorial integrada.

  2. Aplicação do modelo hidrológico SWMM na gestão das águas pluviais urbanas: estudo de caso da bacia hidrográfica do Rio Morto, Rio de Janeiro.

    OpenAIRE

    Daniele Pereira Batista Amaral

    2014-01-01

    O crescimento da população e dos núcleos urbanos durante o século XX, sobretudo nos países em desenvolvimento, contribuiu para o aumento das áreas impermeáveis das bacias hidrográficas, com impactos importantes nos sistemas de drenagem urbana e na ocorrência de enchentes associadas. As enchentes trazem prejuízos materiais, na saúde e sociais. Recentemente, têm sido propostas práticas conservacionistas e medidas compensatórias, que buscam contribuir para o controle das enchentes urbanas, atrav...

  3. The Rio dos Sinos watershed: an economic and social space and its interface with environmental status

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JAS. Figueiredo

    Full Text Available The Rio dos Sinos watershed is located in the eastern region of the state of Rio Grande do Sul and includes 32municipalities. These municipalities develop several different economic activities such as farming and livestock along the 190 km length of the Rio dos Sinos, one of the rivers with the worst quality of water in Brazil. The region is also characterised by growing urbanisation and heavy industrialisation. The main economic activity is the leather and footwear industry. This diversified land use puts the Rio dos Sinos watershed at risk of a wide range of potential environmental impacts. The aim of the present article is to discuss the socioeconomic process currently implemented in the Rio dos Sinos watershed and the effect of these human actions on the environmental quality described throughout this special issue of the Brazilian Journal of Biology.

  4. Classificação De Bacias De Drenagem Do Alto Jequitaí (Minas Gerais A Partir Da Análise De Principais Componentes E Análise De Grupos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robson Veloso Ribeiro Sodré

    2007-12-01

    Full Text Available Esse artigo objetiva aplicar a análise multivariada para a descrição e classificação dos dados morfométricos de bacias de drenagem. A metodologia pode ser subdividida em quatro etapas: (a elaboração do Modelo Digital de Terreno (MDT hidrologicamente correto, (b delimitação dos limites da bacia a partir do MDT de acordo com a ordem fluvial de Strahler, (c determinação dos atributos morfométricos da bacia de drenagem, e (d análise multivariada (análise fatorial e análise de grupos. A elaboração do MDT considerou os seguintes procedimentos: preenchimento de depressões, aprofundamento da rede de drenagem, direção de fluxo e determinação do fluxo acumulado. As medidas morfométricas das bacias incluíram nove fatores: elevação (média, ponto mais alto e mais baixo, amplitude de elevação (diferença entre o ponto mais alto e baixo na bacia, declividade, curvatura, área, perímetro e índice de circularidade. A análise multivariada foi utilizada para simplificar e organizar a grande quantidade de dados. Como resultados foram encontradas 1.773 bacias de primeira ordem fluvial. 536 de segunda ordem fluvial e 136 de terceira ordem fluvial. A ACP reduziu os atributos morfométricos das bacias de drenagem em três componentes principais, com alta percentagem da variância original. A análise de cluster aglutinou as bacias com padrões morfológicos similares. A classificação das bacias apresenta as unidades geomorfológicas com forte controle geológico.

  5. Structure and distribution of Hydrachnidia (Parasitengona-Acari in the sub-basin of the Grande River (Superior Basin of Quinto River. San Luis-Argentina Estrutura e distribuição dos Hidracáridos (Parasitengona-Acari na Subcuenca do Rio Grande (Conta Superior do Rio Quinto. San Luis-Argentina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Raul Quiroga

    2010-09-01

    .OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi conhecer a diversidade de gêneros, os atributos estruturais e a distribuição da comunidade de hidracáridos, como assim também a sua possível influência sobre certos parâmetros abióticos, na sub-bacia do Rio Grande, San Luis; MÉTODOS: estabeleceram-se quatro locais de amostragem (C1, E1, E2 e E3 em dois períodos hidrológicos: águas altas (AA e águas baixas (AB. Obtiverem-se 24 amostras com rede Surber e se realizou a caracterização hidráulica, física e química dos locais de amostragem. Calculou-se a densidade (ind.m-2, a riqueza genérica e o índice da diversidade de Shannon-Wiener; RESULTADOS: registraram-se 16 gêneros de hidracáridos. Não houve diferenças significativas entre cada local com relação aos parâmetros abióticos. Observou-se uma correlação positiva entre Sperchon, Torrentícola e Neoatractides com relação ao fluxo e à corrente, ao passo que Hygrobates mostrou uma correlação negativa. Não houve diferenças significativas nas abundâncias absolutas de hidracáridos entre os locais em AA e AB nem entre os pares de cada local em AA e em AB. Os gêneros que apresentaram as maiores densidades foram Hygrobates, Limnesia e Atractides, dos quais os dois primeiros apresentaram-se mais amplamente distribuídos. Os demais gêneros somente apareceram esporádicamente. De acordo com o índice de Kownacki, Hygrobates e Limnesia foram "dominantes", Atractides foi "subdominante", e o resto foi "não-dominante"; CONCLUSÕES: os gêneros encontrados apresentaram-se distantes tanto filogenéticamente quanto sistemáticamente. Porém, os espécimes desses gêneros foram similares morfológicamente, apresentando características adaptativas à habitats teófilos. A representatividade de Hygrobates e Limnesia poderia se dever à grande abundância de seus hospedeiros e presas na sub-bacia. A diminuição na densidade e as mudanças na composição de hidracáridos em E3 (local após barragem poderiam ser

  6. Características dos folhetos publicitários como ferramenta promocional: hipermerca dos vs. pequenos supermercados

    OpenAIRE

    Gázquez-Abad, Juan Carlos; Martínez-López, Francisco J.; Mondéjar-Jiménez, Juan Antonio

    2011-01-01

    Os folhetos publicitários tornaram-se uma das modalidades promocionais a que as empresas varejistas de distribuição destinam maior orçamento. Sem embargo, esta importância econômica não tem sido relatada na literatura de marketing. Torna-se necessário, portanto, um maior número de trabalhos que analisem as características dos folhetos publicitários como ferramenta promocional. Neste trabalho apresenta-se um marco de investigação que procura analisar, tanto desde uma perspectiva qualitativa, c...

  7. Avaliação das condições de operação de equipamentos hidrossanitários em edificações públicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andreza Kalbusch

    Full Text Available Resumo A água para consumo humano, quando presente nos sistemas prediais, é passível de diversas formas de desperdício. Por vezes, os gastos excessivos se devem ao término da vida útil dos equipamentos hidrossanitários e à negligência quanto à necessidade de manutenção. Este artigo apresenta as condições de operação dos equipamentos hidrossanitários de dez edificações públicas da cidade de Joinville, SC. Detectou-se que mais de 56,0% das bacias sanitárias e mictórios possuíam vazamentos. Foram encontradas 2,5% de torneiras com filetes ou gotejamentos constantes, bem como 31,0% que apresentaram vazamento não mensurável na válvula ao serem acionadas. As vazões de torneiras, bebedouros e chuveiros foram medidas e comparadas com os valores referenciados nas normas brasileiras e certificações ambientais LEED e AQUA. Ao fim, são apresentados os indicadores de consumo dos dez edifícios, cujas médias variam de 16,6 a 69,3 litros/usuário por dia.

  8. MODELAGEM DA PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS NA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO RIACHO JACARÉ - SE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabrício Lopes de MACEDO

    2012-03-01

    Full Text Available A produção de sedimentos nas bacias hidrográficas constitui um aspecto importante para o planejamento do uso e ocupação do solo. Modelos matemáticos são ferramentas úteis para a análise do problema fornecendo rapidez, praticidade e flexibilidade as simulações de condições atuais e futuras. Neste artigo foi avaliada uma metodologia para simular a produção de sedimentos em distintos cenários de uso e ocupação do solo utilizando de forma combinada a MUSLE, o modelo hidrológico ABC e um SIG. A modelagem utilizada apresentou bom desempenho para fins de planejamento do uso e ocupação do solo, bem como para o planejamento agrícola e ambiental.

  9. DIAGNÓSTICO DA REALIDADE DOS CRIATÓRIOS DE AVES NA COMUNIDADE BASE FÍSICA – IPANGUAÇU/RN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Geraldo Bezerra Galvão Júnior

    2010-02-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou realizar um diagnóstico de caracterização dos sistemas de criação de aves adotados na Comunidade Rural Base Física, município de Ipanguaçu/RN, com o intuito de produzir subsídios para orientação de ações de suporte técnico à comunidade local. Foram elaborados e aplicados 50 questionários, com questões relacionadas ao perfil socioeconômico dos criadores e aos aspectos zootécnicos relativos à criação de aves. Posteriormente, os dados foram agrupados e analisados graficamente, utilizando-se planilha eletrônica. Na análise dos resultados, a maioria dos entrevistados corresponderam ao gênero feminino (70%, faixa etária de 41 a 60 anos (50%, representados em sua maioria por agricultores (52%, apresentando renda familiar de menos de 1 salário mínimo (16%, até 2 salários (20% e acima de 2 salários mínimos (34%. Na análise das respostas referentes aos aspectos zootécnicos da criação de aves, constatou-se um rebanho efetivo de 1046 aves, onde 81% dos entrevistados mantinham a criação para consumo da família. A avicultura representa grande importância na agricultura familiar da região, tanto na questão de segurança alimentar para a família quanto no aspecto econômico. A alimentação foi considerada o principal fator limitante para o desenvolvimento da criação, seguida da área para criação e presença de doenças nas aves. Programas de capacitação e assistência técnica devem ser implantados, para que possa haver um incremento quantitativo e qualitativo da criação de aves, principalmente, ligados aos aspectos de manejo alimentar e sanitário, bem como, no delineamento de modelos produtivos que expressem competitividade no setor. PALAVRAS-CHAVE: avicultura, sistemas de criação, agricultura familiar.

  10. O processo de tomada de decisão dos cidadãos atingidos por usinas hidrelétricas

    OpenAIRE

    MORAIS, Jennifer Azambuja de

    2013-01-01

    A construção de uma usina hidrelétrica ocasiona impactos sociais, pois os cidadãos atingidos precisam ser realocados e escolher entre uma das modalidades de remanejamentos apresentadas pelo empreendedor. Com o objetivo de problematizar o processo, este estudo analisa a influência do controle da informação, da cultura política e do capital social na tomada de decisão dos cidadãos atingidos por usinas hidrelétricas na bacia do rio Uruguai. A pesquisa analisa dados quanti...

  11. BALANÇO DE RADIAÇÃO POR SENSORIAMENTO REMOTO EM BACIA HIDROGRÁFICA DA ZONA DA MATA NORDESTINA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    OLIVEIRA LEIDJANE MARIA MACIEL DE

    2015-03-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou determinar o balanço radiativo na bacia hidrográfica do rio Tapacurá - PE, área com presença intensa de nebulosidade, por meio de produtos MODIS dos satélites Terra (MOD11A1 e MOD09GA e Aqua (MYD11A1 e MYD09GA. Instalou-se uma estação meteorológica experimental no período de janeiro/2010 a agosto/2011, destinada ao monitoramento de dados meteorológicos complementares ao processamento do saldo radiativo, além do cômputo in loco do mesmo. O saldo de radiação instantâneo estimado com os produtos MODIS situou-se entre 400 e 700 W m-2, com maiores valores registrados no reservatório do Tapacurá e os menores nas áreas urbanas. Já o saldo de radiação diário estimado variou de 95,4 a 157,5 W m-2, com média de 125,4 W m-2. As diferenças entre o saldo de radiação medido na estação experimental (área de pastagem e o estimado pelos produtos MODIS, resultaram em Diferença Absoluta Média, Diferença Relativa Média e Raiz da Diferença Quadrática Média, com valores de 122,4 W m-2, 30,1% e 140,7 W m-2, respectivamente, para o saldo de radiação instantâneo, e 7,4 W m-2, 5,8% e 9,7 W m-2, para o saldo de radiação diário. Concluiu-se que não obstante a intensa presença de nuvens na região foi possível obter o saldo radiativo na bacia do rio Tapacurá - PE, com base em produtos MODIS, onde os resultados foram compatíveis com outros estudos, confirmando a eficiência na aplicabilidade da técnica.

  12. REGINALDO, Lucilene. Os Rosários dos Angolas: Irmandades de africanos e crioulos na Bahia setecentista.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ênio José da Costa Brito

    2013-06-01

    Full Text Available Os Rosários dos Angolas realiza um estudo da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos das Portas do Carmo( Bahia A novidade do estudo está nos subsidios coletados na Africa, Portugal e Brasil , no resgate da presença banto na Bahia e na abertura para um dialogo das cosmovisões banto e cristã.REGINALDO, Lucilene. Os Rosários dos Angolas: Irmandades de africanos e crioulos na Bahia setecentista. São Paulo: Alameda, 2011. 416p. ISBN 978-85-7939-082-1 

  13. Análise de impactos socioambientais da infra-estrutura de transporte na Bacia do Purus-AM.

    OpenAIRE

    Andrés Leandro Gumiero Jaime

    2008-01-01

    A bacia do rio Purus, na Amazônia Ocidental, apesar de figurar como uma das menos antropizadas bacias da margem direita do complexo Solimões-Amazonas, já apresenta pontos de impacto antrópico associado à expansão da fronteira agropecuária. Tal impacto tem no estabelecimento da infra-estrutura de transportes seu principal eixo de avanço. Foi feita a simulação de alguns trechos de rodovias interligando municípios correspondente ao médio Purus (conforme designação proposta por SOUSA JÚNIOR et al...

  14. Lentes progressivas: análise dos campos intermediário e de perto por deflexometria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celso Marcelo Cunha

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar por deflexometria as diferentes regiões das lentes progressivas e determinar as áreas dos campos de visão intermediário e de perto. MÉTODOS: Foram incluídas vinte e duas lentes progressivas com poder +1,00 DE para longe e duas adições diferentes (adição 1,00 e 2,00, 11 de cada. Mediram-se as áreas dos campos intermediário e de perto entre as isoastigmáticas de 0,5 DC. RESULTADOS: Encontraram-se diferenças significativas entre as áreas dos campos intermediário e de perto das lentes estudadas. Entre a área do campo intermediário e a adição observou-se correlação inversa; entre a área do campo intermediário e a extensão vertical do corredor encontrou-se correlação direta. CONCLUSÃO: Com esses dados permitem-se recomendar as lentes de acordo com o campo de maior necessidade visual de cada usuário.

  15. DINÂMICA DA ARENIZAÇÃO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO ARROIO PUITÃ, OESTE DO RS, ATRAVÉS DO MAPEAMENTO MULTITEMPORAL NO PERÍODO DE 1984 A 2014

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica Cargnin de Souza

    2017-03-01

    Full Text Available A região Sudoeste do Rio Grande do Sul apresenta áreas de intensa degradação, com extensas porções da superfície recobertas por areias submetidos aos condicionantes climáticos locais, sendo denominadas de areais ou campos de areias. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho foi realizar uma análise da evolução da arenização da Bacia Hidrográfica do Arroio Puitã no período 1984 a 2014, através de mapeamento multitemporal. Assim se seguiram algumas etapas: primeiramente se deu a coleta de dados; após, o trabalho de campo; a seguir se deu a etapa de geoprocessamento com a confecção dos mapas de uso e cobertura da terra dos anos de 1984, 1994, 2004 e 2014 de toda a Bacia, a validação das classificações e as análises geográficas. A partir do mapeamento da arenização na bacia foi encontrada uma expansão considerável da área para os períodos correspondentes de 1984-1994 e 1994-2004, e uma redução de área em um terceiro período de 2004-2014, no entanto considerando todo o período estudado foi verificado apenas um aumento de 1,87 km² de área. Assim se observou que o mapeamento da arenização no Oeste do RS, visando o monitoramento da mesma área considerando um grande intervalo temporal foi mais eficaz utilizando-se do mapeamento multitemporal.

  16. HISTÓRICO DE OCUPAÇÃO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIACHO AÇAIZAL-MA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo dos Santos Barbosa

    2011-10-01

    Full Text Available O estado do Maranhão teve seu processo de ocupação iniciado pelo litoral na primeira metade do século XVII, pelos franceses, com a fundação de São Luís, em 1612. Em seguida os portugueses comandaram o processo de ocupação, sendo que a primeira frente de ocupação portuguesa foi denominada por Cabral (1992 de “frente litorânea”, em seguida, no século XVIII, a segunda frente denominado por Cabral (1992 de “frente do interior” se expande pelo sul do estado. Uma terceira frente denominada de “frente de expansão agrícola” ou “corrente de fugitivos da seca”. O presente artigo tem como objetivo caracterizar o processo de ocupação da bacia do Açaizal, localizado na Microrregião de Imperatriz e Messorregião oeste do Maranhão. A bacia em estudo tem uma área de 181,5 Km2, conta com quatro povoados a saber Cumaru, Olho D’água, Jenipapo e Açaizal Grande. A partir da década de 1960 a microrregião de Imperatriz e, logo em seguida, a bacia do Açaizal, passaram por um processo de ocupação rápida, em virtude da abertura da Rodovia BR 010 (Belém- Brasília. Utilizou-se de um vasto referencial bibliográfico sobre o tema em estudo, além de entrevistas padronizadas com os moradores pioneiros em cada um dos quatro povoados da bacia. Dentre as correntes de povoamento do Maranhão podemos destacar três: a litorânea, a do interior e a dos nordestinos fugitivos da seca, sendo a terceira responsável pala ocupação da bacia. No decorrer do processo de ocupação vale destacar três momentos importantes, primeiro a abertura da BR 010, segundo o avanço de lavoura temporária com destaque para a cultura do arroz e terceiro o avanço da pecuária. Grande parte dos moradores ocupantes vieram do leste maranhense em busca de terras para a agricultura.

  17. APLICAÇÃO DE MODELAGEM GEOESTATÍSTICA POR KRIGAGEM PARA MAPEAMENTO DO RELEVO EXPOSTO E DO PALEO-RELEVO SOTOPOSTO À BACIA SEDIMENTAR DE CURITIBA (PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edison Archela

    2013-12-01

    Full Text Available Este trabalho tem por objetivo apresentar o produto cartográfico em 2D e 3D dos relevos, atual e pretérito, na área de abrangência das exposições dos sedimentos pertencentes à Bacia de Curitiba. Paralelamente foi construído o mapa do relevo atual seguindo a mesma metodologia empregada na obtenção do mapa do paleo-relevo; sendo que esse procedimento contribuiu para se estabelecer elos comparativos entre os dois produtos cartográficos, permitindo conclusões e interpretações acerca das características dos relevos e da tendência geológico-estrutural da superfície enterrada; bem como, testar a confiabilidade do modelo matemático, uma vez que o relevo atual é bem conhecido. Para este estudo, foram utilizados dados provenientes da perfuração de poços tubulares profundos para explotação de água subterrânea na Região Metropolitana de Curitiba. Os dados foram trabalhados em software computacional utilizando-se do método de interpolação da “krigagem”. Os resultados mostraram que: 1 o mapa do relevo atual, obtido por aproximação a partir de dados pontuais aleatórios, mostrou-se fidedigno quando comparado com cartas topográficas obtidas por topografia convencional; 2 as feições geomorfológicas do paleo-relevo enterrado apresentam características muito semelhantes daquelas observadas no relevo atual; 3 o “trend” estrutural do embasamento sotoposto aos sedimentos, com evidentes linhas de estruturação de blocos na direção NNE-SSW, reforçam a tese de uma gênese tectônica para a Bacia de Curitiba, associando-a as demais bacias tafrogênicas que compõem o “Rift Continental do Sudeste do Brasil”; e 4 As principais drenagens pretéritas assemelham-se muito às atuais, não só nas distribuições geográficas, mas principalmente na função de agentes de transporte e retrabalhamento dos sedimentos aluviais, ocupando os depocentros alinhados do paleo-relevo.

  18. ANÁLISE DA SENSITIVIDADE DA PAISAGEM NA BACIA DO RIACHO DO SACO – PE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonas Otaviano Praca de Souza

    2015-10-01

    Full Text Available A compreensão sobre a evolução da paisagem, com foco geomorfológico, em especial a evolução de curto e médio prazo, depende do entendimento de como a paisagem se comportaria caso houvessem mudanças nos inputs do sistema e/ou mudança nas resistências do sistema. Para tal, é necessário identificar quais as áreas onde há uma maior probabilidade de mudança caso aja às alterações ambientais, nas forças de perturbação ou de resistência do sistema, dentro desta perspectiva enquadrasse a ideia da sensitividade da paisagem a qual é definida como a probabilidade de uma mudança nos controles do sistema ou nas forças aplicadas sobre ele, produzir respostas sensíveis, reconhecíveis, sustentáveis, contudo complexas. A análise da sensitividade da paisagem foi realizada para a bacia do riacho do Saco, sertão central de Pernambuco, tendo como cidade principal Serra Talhada, apresentando uma área de 142,5 km². A bacia apresenta uma variação altimétrica entre 409 e 1118 metros, essa amplitude gera uma variação paisagística de modo que a bacia apresenta paisagens sub-úmidas agrícolas na área superior, e paisagens semiáridas de pecuária na área inferior. A análise utilizou dados de MDE, imagens de satélite, climáticos e hidrológicos, além de informações obtidas em campo. De forma geral, relacionou-se a força de distúrbio disponível para cada ponto com a resistência a mudanças daquele ponto, dessa forma a energia de distúrbio foi avaliada a partir da relação de acumulação de água (massa com a declividade do trecho (velocidade, e a resistência a partir das características da cobertura superficial (leito e margem fluvial e solos das encostas e da cobertura vegetal. A sensitividade dos trechos fluviais foi separada em alta, média e baixa sensitividade, devido ao uso de uma metodologia que possibilitou a gradação; enquanto que para as áreas de encosta foram identificados apenas as áreas de alta

  19. Evaluation of an indicator for water yield in a watershed of Alto Rio Grande Region, State of Minas Gerais , Brazil Avaliação de um indicador de produção de água em uma bacia hidrográfica no Alto Rio Grande - MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto de Mattos

    2012-08-01

    impacto das ações, foram definidos 4 cenários de uso e ocupação do solo da bacia hidrográfica do Ribeirão Marcela, localizada na UPGRH-GD1 (Alto Rio Grande. Após a análise dos resultados obtidos, chegou-se à conclusão de que as simulações de diversos cenários demonstraram alterações na produção de água e que a definição do Indicador de Produção de Água, a partir da junção do potencial de erosão com o potencial de armazenamento, demonstrou ser eficaz, pois integrou quantidade e qualidade de água.

  20. Perspectivas Futuras para o Observatório do Pico dos Dias

    Science.gov (United States)

    Bruch, Albert

    2004-02-01

    Com o Observatório Gemini plenamente operacional e o telescópio SOAR iniciando suas operações em breve, a astronomia observacional brasileira encontra-se no auge de uma transformação profunda que terá um impacto grave no Observatório do Pico dos Dias - OPD. Refletimos aqui sobre a natureza desse impacto e estratégias para manter a competitividade do OPD. Não queremos apresentar receitas prontas, mas idéias que poderão servir como base de discussão sobre o uso inteligente dos telescópios do OPD como parte do conjunto de instrumentos disponíveis à comunidade astronômica brasileira.

  1. ANÁLISE DA INFLUÊNCIA LITOLÓGICA E ESTRUTURAL A PARTIR DE MÉTODOS MORFOMÉTRICOS EM SEGMENTOS DE DRENAGEM NA PORÇÃO CIMEIRA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JEQUITINHONHA, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabrício Antonio Lopes

    2016-06-01

    Full Text Available O estudo do padrão de drenagem da porção cimeira da bacia hidrográfica do Jequitinhonha foi realizado neste trabalho tendo como objetivos: a Correlacionar as direções dos canais fluviais e respectivas ordens hierárquicas às estruturas geológicas regionais; b Verificar o grau de influência dos aspectos litológicos e estruturais no padrão de drenagem da bacia e; c Identificar estruturas que atuam como níveis de base locais em perfis longitudinais. Foram empregadas análises quantitativas de tratamento de direção dos canais fluviais e ordens hierárquicas, cálculo do índice de RDE em segmentos pré-selecionados e análise de perfis longitudinais. Constatou-se significativa influência litológica e estrutural no padrão/direção dos canais fluviais identificadas como nick points nos perfis longitudinais. Há segmentos de drenagem com anomalias de primeira e segunda ordem quanto ao índice RDE, o que reforça a influência das estruturas pré-cambrianas, reativadas no Cenozoico, no sistema hidrográfico da região. Acredita-se na potencialidade deste estudo como auxilio na caracterização, quantificação e fundamentação teórica de análises referentes ao processo evolutivo da paisagem e ao comportamento da rede de drenagem local.

  2. IMPRESSÕES SOBRE BACIA HIDROGRÁFICA URBANA E GESTÃO COMPARTILHADA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana da Silva Pessoa

    2015-10-01

    Full Text Available Os recursos hídricos vêm sofrendo um acelerado processo de deterioração diante das ações humanas. Esse quadro propõe um conjunto de desafios às forças sociais e políticas na elaboração de instrumentos de gestão compartilhada para conduzir um novo ciclo de desenvolvimento em paralelo com a recuperação e preservação dos recursos naturais, com atenção especial as bacias hidrográficas. Nesse contexto, o presente trabalho tem por objetivos: conhecer distintos conceitos de bacias hidrográficas; identificar os principais elementos presentes nas bacias hidrográficas urbanas e compreender a gestão compartilhada de bacias hidrográficas proposta pela Lei Federal nº 9433/97. Este foi elaborado diante de pesquisas bibliográficas, no qual se observou que após a promulgação da Lei nº. 9.433/97, os estados e a União vêm empreendendo diversas iniciativas para implementar a política nacional de recursos hídricos em busca de uma efetiva gestão das águas. Contudo, a legislação moderna e adequada à realidade, necessita reforçar e estruturar o órgão gestor, para que este faça frente às demandas apresentadas pela sociedade e usuários e cumpra integralmente as suas atribuições.   IMPRESSIONS ON URBAN WATERSHED MANAGEMENT AND SHARED Abstract Water resources are undergoing an accelerated process of deterioration on human actions. This framework proposes a set of challenges to social and political forces in the development of management tools shared to conduct a new round of development in parallel with the recovery and preservation of natural resources, with special attention watersheds. In this context, this paper aims to: Know distinct concepts of watershed; Identify key elements in urban watersheds and understand the management of shared river basins proposed by Federal Law No. 9433/97. The same was drawn on literature searches, where it was observed that after the enactment of Law nº 9.433/97, the states and the Union

  3. Consistência hidrológica de modelos digitais de elevação (MDE para definição da rede de drenagem na sub-bacia do horto florestal Terra Dura, Eldorado do Sul, RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Hoffmann Oliveira

    2012-08-01

    Full Text Available O desenvolvimento da erosão hídrica ocorre em resposta ao modo como a água se move através e sobre uma determinada paisagem. O modelo digital de elevação (MDE deve, portanto, ser o mais preciso possível, uma vez que constitui a base para a análise do relevo. Este trabalho teve como objetivo definir um modelo digital de elevação hidrologicamente consistente (MDEHC e o método de direção de fluxo mais adequado para a definição da rede de drenagem na sub-bacia do horto florestal Terra Dura, município de Eldorado do Sul, RS. Foram testados os modelos gerados com os interpoladores Topogrid e redes triangulares irregulares (Triangulated Irregular Network -TIN linear (TIN L e TIN natural neighbor (TIN NN. A qualidade em relação às análises hidrológicas foi avaliada por meio da comparação das curvas de nível geradas pelos modelos testados com as curvas originais da sub-bacia (escala 1:10.000; da avaliação da quantidade de áreas planas; e da comparação da drenagem gerada pelos modelos a partir dos métodos de direção de fluxo Deterministic (D8 e Deterministic infinity (D∞ ou D infinito com a drenagem original. Entre os modelos avaliados, o Topogrid apresentou maior consistência hidrológica, verificada na melhor continuidade das curvas de nível (menos arestas e maior detalhamento da área de drenagem e divisores, acarretando menor quantidade de áreas planas e caminhos de fluxo mais detalhados, independentemente do método de direção de fluxo utilizado. Em relação à rede de drenagem, o método distribuído D∞ obteve melhor desempenho na descrição dos caminhos de fluxo, comparado ao método de direção única D8. O MDEHC Topogrid associado ao método D∞ proporcionou a identificação mais precisa dos caminhos preferenciais do fluxo que formam a rede de drenagem.

  4. Moraceae da Ilha Grande, Angra dos Reis, Rio de Janeiro, Brasil. Moraceae of Ilha Grande, Angra dos Reis, Rio de Janeiro, Brazil.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Cardoso PEDERNEIRAS

    2012-06-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta o levantamento florístico das espécies nativas de Moraceae ocorrentes na Ilha Grande, município de Angra dos Reis, Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Com base na análise de coleções científicas, revisão da literatura e excursões a campo, foram registradas 11 espécies nativas: Brosimum guianense, Dorstenia arifolia, Ficus adhatodifolia, F. arpazusa, F. cyclophylla, F. gomelleira, F. nevesiae, F. organensis, F. pulchella, Sorocea hilarii, S. guilleminiana. Apresentamos, também, a chave de identificação para os táxons, descrições, ilustrações, informações sobre a distribuição geográfica e comentários sobre as espécies. This work presents a floristic survey of native species of Moraceae occurring in Ilha Grande, municipality of Angra dos Reis, Rio de Janeiro state, Brazil. It was based on analysis of herbarium collections, literature review and the field excursions, resulting in 11 native species: Brosimum guianense, Dorstenia arifolia, Ficus adhatodifolia, F. arpazusa, F. cyclophylla, F. gomelleira, F. nevesiae, F. organensis, F. pulchella, Sorocea hilarii, S. guilleminiana. We also present the identification key to the taxa, descriptions, illustrations, information about geographic distribution and comments on these species that enriched the results.

  5. Controlo dos acessórios de elevação

    OpenAIRE

    Costa, Ana Luisa Nogueira da

    2016-01-01

    Relatório de Estágio apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Segurança e Higiene no Trabalho O relatório é o trabalho final da 8ª Edição do Mestrado de Segurança e Higiene no Trabalho, da Escola Superior de Ciências Empresariais em parceria com a Escola Superior de Tecnologia de Setúbal, do Instituto Politécnico de Setúbal. O estágio desenrolou-se nas instalações da empresa LUSOSIDER, sob a orientação da Técnica Superior em SHST Eng....

  6. MAPEAMENTO DO USO E COBERTURA DO SOLO DA BACIA DO RIO TAPEROÁ: REGIÃO SEMIÁRIDA DO ESTADO DA PARAÍBA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Da Silva Seabra

    2014-08-01

    Full Text Available O presente trabalho tem como objetivo realizar um mapeamento do uso e cobertura do solo da bacia do rio Taperoá, maior afluente do rio Paraíba, que juntos abastecem o 2º maior açude da Paraíba, o Epitácio Pessoa no município de Boqueirão. Este açude é responsável pelo abastecimento de toda Região Metropolitana de Campina Grande e vem sofrendo nos últimos anos com o rápido assoreamento. A análise do Uso e Cobertura do Solo foi realizada a partir de mapas (1:100.000, gerados por classificação baseada em objetos, utilizando uma imagem do satélite Landsat 5 TM (01/2009. Os resultados mostraram o baixo percentual de cobertura vegetal de caatinga e o predomínio da agropecuária. As correlações entre a área de caatinga e a densidade de cabeças (pecuária por municípios mostrou a influência desta atividade na redução da cobertura vegetal.

  7. Mapeamento dos fragmentos de vegetação florestal nativa da bacia hidrográfica do rio Alegre, Espírito Santo, a partir de imagens do satélite IKONOS II Native forest fragmentation mapping of the Alegre river watershed, Espirito Santo State, Brazil, using IKONOS II data

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melchior Carlos do Nascimento

    2006-06-01

    Full Text Available O estudo teve como objetivos elaborar o mapa de uso da terra e diagnosticar, em nível de paisagem, os fragmentos de vegetação florestal nativa por meio da classificação visual da imagem do satélite IKONOS II. A pesquisa foi desenvolvida na bacia hidrográfica do rio Alegre, situada no extremo sul do Estado do Espírito Santo, Brasil. Foram mapeadas 12 classes de uso da terra, destacando-se 475 fragmentos florestais. As classes cafezal (2.086,2 ha, pastagem (14.130,1 ha e fragmento florestal (2.978,9 ha ocuparam 92,16% (19.195,2 ha da área total da bacia, que é de 20.819,8 ha. A maioria dos fragmentos florestais possui formas fortemente alongadas e área média de 6,3 ha. Também se constatou que a maior parte está sujeita a um elevado nível de perturbação, com 452 e 166 fragmentos florestais vizinhos às classes pastagem e cafezal, respectivamente.The main objective of this study was to create land use and diagnosis maps, at landscape level, of the native forest fragmentation through visual classification using IKONOS II data. The study was conducted in the river Alegre watershed, situated in the south region of State of Espirito Santo, Brazil. Twelve land use classes were mapped, pointing out 475 forest fragments. The classes of coffee plantation (2,086.2 ha, pasture (14,130.1 ha and forest fragmentation (2,978.9 ha occupied 92.16% (19,195.2 ha of the total study area, which was about 20,819.8 ha. The majority of the forest fragments presented strongly elongated shapes, with an average of 6.3 ha. It was also noticed that most of them presented a high level of disturbance, with 452 and 166 forest fragments neighboring the pasture and coffee plantation classes, respectively.

  8. Caracterização hidroambiental da bacia hidrográfica do rio Debossan, Nova Friburgo, RJ Enviromental characterization of Debossan river watershed, Nova Friburgo, RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiany Araujo Cardoso

    2006-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi caracterizar o comportamento hidrológico, o volume de entrada e saída de água da bacia hidrográfica do rio Debossan, onde se localiza uma importante estação de captação de água, administrada pela Concessionária de Águas e Esgotos de Nova Friburgo LTDA. (CAENF, inserida na Reserva Ecológica de Macaé de Cima, Município de Nova Friburgo, Rio de Janeiro. Para isso, foram obtidos dados de vazão e precipitação diários do período de janeiro de 2002 a dezembro de 2004. A partir desses dados, foram calculados alguns parâmetros hidrológicos, como vazão específica e deflúvio. A precipitação média observada nos três anos foi de 2.163 mm, sendo que os meses de dezembro/2002 e janeiro/2003 apresentaram os máximos valores. A vazão média anual no período foi de 0,86 m³/s, apresentando o mês de dezembro de 2002 com maior índice e setembro de 2004 com o menor. O balanço hídrico, em termos médios anuais nos três anos de medições, apresentou uma evapotranspiração de 1.923,04 mm, equivalendo a 88% da precipitação convencional. Pode-se dizer que o ecossistema florestal exerce efeito tamponante sobre a quantidade de água da bacia hidrográfica, mantendo uma grande vazão nos meses de menor pluviosidade. Ao analisar a relação entre a entrada de água na bacia, o uso atual do solo e a quantidade de água produzida, concluiu-se que uma bacia hidrográfica bem preservada tem fundamental importância na manutenção constante da vazão ao longo do ano, além da visível participação na qualidade da água.The objective of this work was to characterize the hydrological behavior and the volume of water entering and leaving the Debossan river watershed, where an important water captation plant is situated, managed by the Nova Friburgo Water and Sewage Treatment Company LTDA (CAENF, within the 'Macaé de Cima' Ecological Reserve, Nova Friburgo-RJ. Data of daily flow and precipitation were collected

  9. Tratamento de esgoto sanitário em sistemas alagados construídos cultivados com lírio-amarelo

    OpenAIRE

    Prata,Renata C. C.; Matos,Antonio T. de; Cecon,Paulo R.; Monaco,Paola A. V. Lo; Pimenta,Leonardo A.

    2013-01-01

    Neste artigo, avaliou-se a eficiência de quatro sistemas alagados construídos (SACs) no tratamento de esgoto sanitário após ser submetido a tratamento preliminar e, no caso de alguns SACs, a tratamento primário (tanque séptico). Os SACs foram cultivados com lírio-amarelo (Hemerocallis flava), tendo a brita #0 como meio suporte, e submetidos às taxas de carregamento orgânico (TCO) de esgoto sanitário, em termos de DBO (kg ha-1 d-1), de 44; 98; 230 e 395 kg ha-1 d-1 e tempos de detenção hidrául...

  10. INTERFERÊNCIA DO USO DA TERRA NAS INUNDAÇÕES DA ÁREA URBANA DO CÓRREGO DA SERVIDÃO, RIO CLARO (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Cristina Moraes

    2012-10-01

    Full Text Available As primeiras populações foram fixadas próximas aos rios e com o crescimento destas e acréscimo de áreas impermeabilizadas, houve a supressão das áreas de várzea, alteração da dinâmica dos cursos d’água e, por conseguinte, ocorrência de inundações. Assim, este trabalho tem como objetivo verificar a interferência do uso da terra nas inundações na área urbana da bacia hidrográfica do Córrego da Servidão, Rio Claro (SP, em diferentes cenários, ou seja, sem canalização deste córrego (1958, em cenário em que o córrego foi canalizado (1972 e no cenário atual (2006. Os resultados indicaram que o aumento da impermeabilização, pelo crescimento da cidade de Rio Claro, foi o responsável pelos primeiros eventos de inundação do município. O poder público vem realizando algumas obras de engenharia e transferindo grande parte dos problemas relacionados com as inundações para áreas a jusante, onde hoje as inundações ocorrem.

  11. Volume da gota dos colírios lubrificantes: estudo farmacoeconômico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Xavier da Costa

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Determinar o volume médio das gotas produzidas pelos colírios lubrificantes em diferentes ângulos de inclinação e determinar o custo médio do tratamento. Métodos: Determinação do volume da gota de 3 frascos originais dos colírios lubrificantes Artelac®, Hylo Comod®, Lacrima® Plus, Systane® UL, Lacrifilm®, Hyabak®, Lacribell®, Ecofilm®, Mirugell®, Plenigell®, Fresh Tears®, Optive® e Endura® à inclinação de 90º e 45º. Determinou-se o número médio de gotas em cada frasco e foi feita avaliação farmacoeconômica dos colírios. Resultados: O volume das gotas variou de 32,2 a 64,0 µL a 45o e de 29,1 a 65,1 µL a 90o. A diferença entre as gotas em cada inclinação foi de 2 a 24% e o custo anual dos colírios de acordo com a inclinação variou de R$2,73 a R$130,73. A Duração Máxima de Tratamento (DMT foi de 29,3 a 51,4 dias na inclinação de 45o, e de 28,8 a 48,4 dias a 90º, sendo que a diferença na DMT foi de 0,5 até 8 dias a mais ou a menos, de acordo com a marca. Conclusão: Nenhum dos colírios estudados apresentou gotas ideais para o olho humano, levando a um desperdício do produto e maior custo para o fabricante e para o consumidor. Percebemos que existe uma variação significativa no volume da gota de acordo com a inclinação do frasco, e que uma variação maior do que 10% traria impactos financeiros para o paciente.

  12. Georeferenced database generation with the purpose of hydrologic molding in reservoirs of the hydrographic basin of Jaguaribe river in the state of Ceará, Brazil Geração de base de dados georreferenciada com finalidade de modelagem hidrológica em reservatórios da bacia hidrográfica do rio Jaguaribe, Ceará, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raimundo A. de O. Leão

    2013-04-01

    Full Text Available The edafoclimatic conditions of the Brazilian semiarid region favor the water loss by surface runoff. The state of Ceará, almost completely covered by semiarid, has developed public policies for the construction of dams in order to attend the varied water demand. Several hydrological models were developed to support decisive processes in the complex management of reservoirs. This study aimed to establish a methodology for obtaining a georeferenced database suitable for use as input data in hydrological modeling in the semiarid of Ceará. It was used images of Landsat satellite and SRTM Mission, and soil maps of the state of Ceará. The Landsat images allowed the determination of the land cover and the SRTM Mission images, the automatic delineation of hydrographic basins. The soil type was obtained through the soil map. The database was obtained for Jaguaribe River hydrographic basin, in the state of Ceará, and is applicable to hydrological modeling based on the Curve Number method for estimating the surface runoff.As condições edafoclimáticas do semiárido brasileiro favorecem a perda de água por escoamento superficial. O Estado do Ceará,quase totalmente abrangido pelo semiárido, desenvolveu políticas públicas voltadas para a construção de açudes,a fim de atender à demanda hídrica diversificada. Vários modelos hidrológicos foram desenvolvidos para subsidiar os processos decisórios no complexo manejo dos reservatórios. Este trabalho teve como objetivo estabelecer uma metodologia para a obtenção de uma base de dados georreferenciada e adequada para uso como dados de entrada na modelagem hidrológica,no semiárido cearense. Foram utilizadas imagens de satélite Landsat e da missão SRTM, e mapa de solos do Estado do Ceará. As imagens Landsat possibilitaram determinar a cobertura do solo,e as imagens da missão SRTM, a delimitação automática das bacias hidrográficas. O tipo de solo foi obtido por meio do mapa de solos. A

  13. Morphological diversity of fish along the rio das Velhas, Minas Gerais, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nara Tadini Junqueira

    2012-01-01

    Full Text Available The rio das Velhas, located in central Minas Gerais State (Brazil, is a major tributary of the rio São Francisco. Despite several anthropogenic pressures, this basin supports more than 115 fish species. The aim of this study was to compare the morphological space occupied by fish assemblages in four regions (headwaters, upper, middle, and lower course along the channel of the rio das Velhas. We try to answer the following question: Is there a change in the morphological organization of the fish along the longitudinal gradient of the river? Individuals from 67 species, collected at several sites in the basin from 1999 to 2008, were measured for 11 morphological attributes related to swimming behavior and habitat use. Through the graphs, the first two dimensions of the PCA suggest that the morphological volume occupied by the headwaters region is smaller than the other sections, because of the low richness of the site. However, morphological hypervolumes of the four reaches analyzed by Euclidean distances were not statistically different. The results indicated that only the density of morphological types increases along the rio das Velhas, and there is no difference between the headwaters and upper courses. Therefore, in order to use functional groups related to the morphology of the species as tools to take measures for the conservation and revitalization of the rio das Velhas, it is necessary analyze the density of species within these groups, as well as their composition.O rio das Velhas, localizado na região central do estado de Minas Gerais (Brasil, é o mais extenso tributário do rio São Francisco. Apesar dos inúmeros impactos antrópicos que sofre, sua bacia abriga uma rica ictiofauna, com mais de 115 espécies conhecidas. O objetivo deste estudo foi comparar o espaço morfológico ocupado pelas assembleias de peixes em quatro regiões (cabeceira, alto curso, médio curso e baixo curso ao longo da calha do rio das Velhas. Procuramos

  14. Estudo da poluição pontual e difusa na bacia de contribuição do reservatório da usina hidrelétrica de Funil utilizando modelagem espacialmente distribuída em Sistema de Informação Geográfica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Neves de Souza Lima

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO Este estudo avaliou o potencial poluidor da bacia de contribuição do reservatório de Funil (BCRF, localizado na bacia hidrográfica do rio Paraíba do Sul, considerando a geração da carga de nutrientes, nitrogênio (N e fósforo (P, por fontes pontuais e difusas, a partir de uma modelagem distribuída utilizando Sistema de Informação Geográfica (SIG. As cargas e concentrações médias anuais desses nutrientes foram geradas a partir do acoplamento de equações empíricas, em SIG, considerando informações espaciais de uso e cobertura do solo, população residente na bacia e vazão média anual de longo período, obtida por equações do tipo chuva vazão. Os resultados indicaram que 80% da carga total de nitrogênio foram provenientes de fontes pontuais e 20% de fontes difusas, enquanto que, da carga total de fósforo, 89,1% foram originadas de fontes pontuais e 10,9% de fontes difusas. As concentrações de nutrientes estimadas pelo modelo empírico apresentaram bons ajustes em relação aos valores observados de fósforo e de nitrogênio no rio Paraíba do Sul, com R²=0,96 (p<0,01 e R²=0,70 (p<0,01, respectivamente. Dessa forma, o modelo foi capaz de detectar, de forma significativa, a tendência das variações nas concentrações de nutrientes ao longo de diferentes trechos da BCRF.

  15. PERCEPÇÃO DOS CAVALGADORES SOBRE PERSPECTIVAS DO TURISMO ECOLÓGICO NO RIO GRANDE DO SUL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Carvalho

    2010-01-01

    Full Text Available A atividade de turismo rural caracteriza-se por ser desenvolvida em propriedades rurais onde a principal fonte de sustento seja a agropecuária. O turismo rural é apenas uma alternativa para elevação do nível de renda dos produtores rurais. É uma atividade multidisciplinar realizada em ambiente rural, que respeita todas as dimensões da identidade rural. Este trabalho realiza uma pesquisa sobre a percepção de um dos segmentos do turismo rural. É avaliada a percepção dos cavalgadores sobre itens relevantes e perspectivas do turismo rural no Rio Grande do Sul. Foi realizado estudo de campo com pesquisa qualitativa para avaliar a percepção dos participantes de cavalgadas rurais e dos proprietários. Os resultados da pesquisa estão apresentados e discutidos, sendo interpretadas as respostas obtidas no questionário aplicado, de acordo com a região geográfica de cada participante no estado. A preocupação com as condições sanitárias foi o item de infraestrutura mais importante. Existe a preocupação geral com o conforto representado pela energia elétrica; bons conjuntos sanitários e atendimento por recursos humanos qualificados foram preocupações hegemônicas no questionário sobre percepção. As estradas e a água são os itens de infraestrutura mais relevantes para os cavalgadores. Outro serviço essencial citado como importante pelos clientes e proprietários foram os banheiros. É importante destacar que os banheiros devem ter boas condições higiênicas, iluminação e ventilação natural, água quente nos chuveiros e revestimento de piso. A água foi eleita como o fator preponderante na manutenção da qualidade ambiental, tanto como elemento necessário para o conjunto da qualidade ambiental, como responsável pela criação e manutenção de condições sanitárias adequadas, tanto para a natureza quanto para o conforto e a segurança dos usuários. Palavras-chave: Turismo Rural. Percepção. Cavalgadores.

  16. EVOLUÇÃO DO RELEVO EM ÁREAS DE TRÍPLICE DIVISOR DE ÁGUAS REGIONAL - O CASO DO PLANALTO DE SANTA CATARINA: ANÁLISE DA REDE HIDROGRÁFICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michael Vinicius de Sordi

    2015-09-01

    Full Text Available No Planalto interior de Santa Catarina se localiza o tríplice divisor hidrográfico entre as três principais bacias hidrográficas da região sul do Brasil: Uruguai, Paraná (Iguaçu e Itajaí. Considerando-se que a evolução do relevo em áreas de tríplice divisor regional está intimamente relacionada a dinâmica erosiva dos cursos fluviais, o presente trabalho investiga a importância dos processos de dissecação do relevo e de capturas fluviais para a configuração do relevo dessa região. Para tanto, foram aplicadas técnicas morfométricas (relação declividade-extensão (RDE, perfis topográficos longitudinais e morfológicas (análises de fotografias aéreas e dados de radar SRTM, na área do tríplice divisor Itajaí/Paraná (Iguaçu/Uruguai no Planalto de Santa Catarina. Os resultados permitiram estabelecer uma hierarquização do grau de dissecação: (i áreas pertencentes à bacia hidrográfica do rio Itajaí são as mais dissecadas, com maior amplitude altimétrica, maior densidade de drenagem e nível de base mais baixo; os perfis são mais íngremes e os valores de RDE elevados; (ii porções menos dissecadas, de baixa amplitude altimétrica e densidade drenagem e nível de base mais elevado pertencem bacia hidrográfica do rio Paraná (Iguaçu; os perfis topográficos são mais suaves e os valores de RDE mais baixos e (iii áreas pertencentes à bacia hidrográfica do rio Uruguai, apresentam níveis de dissecação, amplitude altimétrica e densidade de drenagem intermediários, assim como seus perfis e os valores de RDE. Deste modo, o principal processo de evolução do relevo regional é a erosão diferencial entre as bacias hidrográficas que, graças a erosão remontante dos afluentes do rio Itajaí, rebaixam todo o relevo e capturam áreas pertencentes às bacias hidrográficas interiores – do rio Paraná e rio Uruguai – que também capturam áreas entre si.

  17. Perfil e situação de insegurança alimentar dos usuários dos Restaurantes Populares no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Cruz Godoy

    2014-06-01

    Full Text Available O objetivo foi identificar o perfil dos usuários do programa Restaurantes Populares e suas associações com a situação de insegurança alimentar domiciliar. Trata-se de estudo transversal com amostra aleatória de 1.637 usuários. Foi utilizado um questionário com variáveis socioeconômicas, a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar e aferidos peso e altura. Foram aplicados o teste de qui- quadrado, cálculo das razões de prevalência (RP bruta e ajustada, utilizando-se o modelo de regressão de Poisson. Foram prevalentes a faixa de renda per capita entre ½ e 1 salário mínimo (35,1%, o Ensino Médio completo (39,8% e a segurança alimentar (59,4%. Os usuários da Região Norte apresentaram os piores dados: Ensino Fundamental incompleto (39,8%, faixa de renda per capita de até ½ salário mínimo (50,8% e insegurança alimentar (55,5%. Houve maior RP de insegurança alimentar entre os usuários que apresentaram renda per capita de até ¼ do salário mínimo (p < 0,05. Apenas renda manteve-se associada à maior prevalência de insegurança alimentar na RP ajustada. As características dos usuários em insegurança alimentar podem orientar a melhoria desta ação, os critérios de localização e funcionamento do Programa Restaurantes Populares.

  18. A Percepção sobre Carreira dos Funcionários de uma Empresa Automotiva do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Beatriz Busato Garay

    2012-11-01

    Full Text Available Os estudos sobre carreira têm se mostrado relevantes na área de gestão de pessoas, entretanto, a maioria das pesquisas relativas ao tema é voltada a gerentes e diretores de grandes corporações.  Este artigo, por sua vez, tem como objetivo conhecer a percepção sobre carreira de funcionários das áreas administrativa e de produção de uma empresa automotiva situada na região metropolitana de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Esta pesquisa, com abordagem qualitativa, caracteriza-se como um estudo de caso de natureza exploratório-descritiva. O quadro teórico utilizado contempla o contexto histórico das teorias de carreira, suas concepções e significados e sua gestão. Para obtenção dos dados, utilizaram-se entrevistas semiestruturadas, realizadas com doze funcionários. A escolha dos respondentes considerou que eles não ocupassem cargos de gerência ou direção na organização, bem como seu nível de escolaridade. Os dados obtidos foram analisados quanto ao conteúdo e revelaram que a maioria dos entrevistados entende carreira como sinônimo de evolução ou ascensão profissional. Esses funcionários, de níveis hierárquicos inferiores, relacionam sua permanência na organização ao oferecimento de possibilidades de satisfação pessoal, crescimento e motivação profissional.

  19. PESQUISA ESCOLAR: a prática dos bibliotecários nas escolas públicas municipais de Manaus-AM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aquiles Santos Pinheiro

    2015-06-01

    Full Text Available O presente trabalho aborda a pesquisa escolar e a prática dos bibliotecários das escolas públicas de Manaus-AM. Sabe-se que a pesquisa escolar está vinculada à construção do conhecimento que por sua vez, implica a relação ensino-aprendizagem, além de ser uma possibilidade para que o estudante chegue sozinho às fontes de informações à sua disposição. Para discutir o tema em questão, foi necessário analisar as práticas dos bibliotecários no processo ensino-aprendizagem junto à biblioteca escolar pública. Portanto, a pesquisa teve a sua aplicabilidade voltada à pesquisa escolar e as práticas dos bibliotecários nas escolas municipais da cidade de Manaus-AM, cujo foco da pesquisa foi identificar em que o profissional bibliotecário pode contribui para o processo ensino-aprendizagem. Nesse sentido, foram aplicados questionários com bibliotecários das escolas municipais de Manaus, o que possibilitou uma maior aproximação com a realidade vivenciada nas bibliotecas, onde resultados preliminares demonstraram que há grande participação destes profissionais no incentivo à pesquisa escolar. Os resultados confirmam que a prática da pesquisa escolar com auxílio dos profissionais de biblioteconomia contribui de maneira satisfatória para despertar o interesse dos estudantes para o mundo da leitura e escrita.

  20. Zoneamento Geoambiental no oeste do Rio Grande do Sul: um estudo em bacias hidrográficas em processo de arenização / Geoenvironmental Zoning in the west of Rio Grande do Sul: A study on Hydrographic Basins in sandy patch process

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dionara De Nardin

    2010-12-01

    Full Text Available O presente artigo tem como tema o zoneamento geoambiental de bacias hidrográficas afluentes do Rio Ibicuí, no sudoeste do Rio Grande do Sul. A metodologia empregada inclui mapeamentos temáticos, com o auxílio de SIGs (Sistemas de Informação Geográfica, e trabalhos de campo e de laboratório, que servem de base para o zoneamento. Os dados levantados indicam que as zonas de maior fragilidade ocorrem no Sistema Sanga da Areia, no qual se desenvolvem com frequência areais e voçorocas e onde se identificam os primeiros plantios de espécies arbóreas exóticas. Destaca-se a contribuição da vegetação nativa, sugerindo-se, de imediato, devido às pressões das monoculturas, a preservação da unidade butiá-anão, espécie endêmica do Bioma Pampa.

  1. Plantas hipoglicemiantes utilizadas por comunidades tradicionais na Bacia do Alto Paraguai e Vale do Guaporé, Mato Grosso - Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. Macedo

    Full Text Available No Brasil, com inúmeras espécies tropicais, evidencia-se o conhecimento e uso da vegetação medicinal pelas comunidades quilombolas, ribeirinhas, rurais, tradicionais e indígenas, que são praticadas até os dias atuais. O Estado de Mato Grosso pela sua localização no Planalto Central brasileiro possui uma variedade destas comunidades, que utilizam estas plantas medicinais, levando em consideração o conhecimento popular passado de geração em geração. Esta pesquisa visa identificar a forma de coleta e os usos desse grupo vegetal indicados pelos usuários. O estudo foi realizado em 15 comunidades tradicionais (não indígenas na Bacia do Alto Paraguai e 2 (duas no Vale do Guaporé. A coleta de dados deu-se através de líderes comunitários, benzedeiras, parteiras e usuários utilizando o método qualitativo, mediante abordagem qualitativa, com auxílio de entrevistas estruturadas, semi-estruturadas e abertas. Dentre as espécies identificadas 17 estacam-se para o tratamento do Diabetes, dentre elas citam-se: Anacadium humile; Bauhinia glabra; Cecropia pachystachya; Hancornia speciosa; Heteropteris aphrodisiaca; Leonotis nepetifolia; Momordica charantia; Solanum lycocarpum. Registra-se ainda que as partes mais utilizadas desses vegetais são: folhas, casca do caule, raiz, planta toda, brotos, óleos dos frutos e polvilho dos frutos. De acordo com os usuários a maioria das plantas não podem ser colhidas após o nascer do sol e o preparo deve ser feito com folhas secas ou que tenham sido submetidas ao processo de secagem sobre o fogão de lenha ou em local abafado.

  2. Precipitação pluviométrica e vazão da bacia hidrográfica do Riozinho do Rôla, Amazônia Ocidental

    OpenAIRE

    Macêdo, Maria de Nazaré Costa de; Dias, Herly Carlos Teixeira; Coelho, France Maria Gontijo; Araújo, Edson Alves; Souza, Maria Lúcia Hall de; Silva, Elias

    2013-01-01

    O presente estudo teve por objetivo avaliar aspectos que influenciam o comportamento hidrológico da bacia hidrográfica do Riozinho do Rôla, por meio do uso de instrumentos de análise descritiva. Com vistas em realizar uma análise representativa da precipitação média da bacia, foram instalados 14 pluviômetros. Para a coleta dos dados de chuva, referentes aos anos de 2007 e 2008, contou-se com a participação voluntária dos moradores da região, que, ao concordar em participar da pesquisa, foram ...

  3. Alterações tridimensionais dos arcos dentários de pacientes submetidos à cirurgia ortognática

    OpenAIRE

    Peixoto, Adriano Porto [UNESP

    2008-01-01

    O tratamento ortodôntico-cirúrgico pode levar a mudanças dimensionais dos arcos dentários nos períodos pré e pós-cirúrgico. Existem poucos estudos bem formulados que procuraram avaliar as mudanças pré e pós-cirúrgicas nas dimensões dos arcos dentários e sua correlação com a estabilidade. Tais mudanças, somente podem ser corretamente avaliadas através de ferramentas tridimensionais. Modelos de gesso dos arcos dentário superior e inferior de pacientes submetidos a tratamento ortodôntico-cirúrgi...

  4. Biomonitoring of Pb and Cd in two impacted watersheds in Southeast Brazil, using the freshwater mussel Anodontites trapesialis (Lamarck, 1819 (Bivalvia : Mycetopodidae as a biological monitor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa C. Tomazelli

    2003-12-01

    Full Text Available Studies were carried out to investigate the contamination of Piracicaba and Mogi-Guaçu River basins (São Paulo State, Southeastern, Brazil for heavy metals (Cd and Pb, using the limnic bivalve Anodontites trapesialis as a biological monitor. The results showed that the concentrations of Pb were higher than the control group in both basins, showing the bioavailability of this non-essential element in the basins. The concentrations were higher in the Mogi-Guaçu than in the Piracicaba basin, and in the slightly contaminated sites in both basins. There was no correlation between the degree of human impact and Cd and Pb concentrations, it was not possible to infer about concentrations of these heavy metals in the bivalves based only in a broad evaluation of human impact.O principal objetivo deste estudo foi investigar a contaminação pelos metais pesados Cd e Pb nas bacias dos rios Piracicaba e Mogi-Guaçu (Estado de São Paulo, Brasil, utilizando o bivalve limnico Anodontites trapesialis como indicador biológico. As bacias estudadas apresentam diferentes graus de impacto, sendo a qualidade da água geralmente melhor na bacia do rio Mogi-Guaçu. Os teores de Pb detectados nos bivalves não podem ser considerados críticos, contudo, houve acúmulo em relação ao grupo de controle em ambas as bacias, especialmente na bacia do rio Mogi-Guaçu. As maiores concentrações dos elementos, especialmente Pb, foram observadas nos locais menos poluídos e na bacia menos degradada. Este fato sugere que estas concentrações não estão sendo afetadas apenas pelas atividades antrópicas nas bacias, mas deve-se considerar também fatores que afetem a biodisponibilidade ou fontes específicas e não pontuais.

  5. EVOLUÇÃO DE PALEOCABECEIRA DE DRENAGEM DO RIO CHOPINZINHO (SUL DO BRASIL DURANTE O QUATERNÁRIO SUPERIOR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julio Cesar Paisani

    2016-03-01

    Full Text Available O termo cabeceira de drenagem se refere à unidade de relevo côncava de dezenas de metros quadrados situada a montante de canal de primeira ordem hierárquica. A cabeceira de drenagem é uma unidade de relevo importante, pois faz a conexão entre dois setores geomorfológicos distintos, encosta e canal de drenagem. Em seus materiais ficam registradas as sucessivas fases de estabilidade (pedogênese e instabilidade (morfogênese ambiental que a área passou ao longo do tempo. A reconstituição da sequencia de fatos evolutivos da cabeceira de drenagem pode fornecer informações a respeito das mudanças na evolução do relevo em escala das bacias hidrográficas, sobretudo dos setores de baixa ordem hierárquica (bacias < 4ª ordem. Neste sentido, nós integramos dados morfológicos, geoquímicos, micromorfológicos e geocronológicos de sequencia pedoestratigráfica de paleocabeceira de drenagem do sistema hidrográfico do rio Chopinzinho (Sul do Brasil, para estabelecer seu quadro evolutivo, bem como tecer considerações a respeito da dinâmica paleoambiental da superfícide de Palmas/Água Doce durante o Quaternário Superior. No geral, o quadro evolutivo da paleocabeceira de drenagem sugere que a superfície de Palmas/Água Doce passou por dois momentos distintos, um até o final do Último Interestádio, em que se registrou equilíbrio dinâmico nas encostas e fundos de vales, e ou de instabilidade ambiental iniciado no Último Máximo Glacial e estabelecido plenamente no Holoceno Médio. 

  6. Estimativa de recarga da bacia do Rio das Fêmeas através de métodos manuais e automáticos Estimates of the recharge in the Femeas River basin by manual and automatic methods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana C. L. S. Albuquerque

    2011-11-01

    Full Text Available Na região do oeste baiano, na qual se encontra a bacia do Rio das Fêmeas, a água subterrânea tem sido progressivamente procurada como fonte de abastecimento, haja vista a baixa densidade de drenagem da região e a crescente demanda por água, sobremaneira para projetos de irrigação. O objetivo do presente estudo é, a partir de dados de vazão, calcular a recarga da água subterrânea por meio de duas metodologias: Arnold & Allen (1999 e Rutledge & Daniel (1994, para o período de 1977 a 2007. A precipitação média anual para a bacia do Rio das Fêmeas foi de 1121,83 mm ano-1 e a vazão média anual igual a 50,28 m³ s-1, ambas apresentando tendência de queda significativa ao longo dos anos. As taxas de recarga foram de 4% da P total (Arnold & Allen, 1999 e de 17% (Rutledge & Daniel, 1994. Com referência ao escoamento de base (aproximadamente 250 mm ano-1, o último método mostrou-se melhor na estimação da recarga.In Western Bahia, where the Fêmeas River Basin is located, groundwater has been increasingly utilized, given the low density of drainage in the region and the growing demand for water, mainly irrigation projects. The objectives of this study are based on flow data to calculate the recharge of groundwater in the Femeas basin using two methods: Arnold & Allen (1999 and Rutledge & Daniel (1994, in the period of 1977 to 2007. The mean annual precipitation in the Fêmeas River Basin in the studied period was 1121.83 mm year-1 and the mean stream flow was 50.28 m³ s-1 year-1. Both showed a significant decreasing trend over the years. The mean base flow found for the basin was 257.41 mm year-1. The rates of recharge were 4% of total P (Arnold & Allen, 1999, and 17% (Rutledge & Daniel, 1994. Considering the basin discharge (around 250 mm year-1, the latter method seems to be better in estimating recharge.

  7. Mapeamento e análise do uso e ocupação do solo na bacia do rio vieira no município de Montes Claros/MG

    OpenAIRE

    Adriana Aparecida Moreira; Fernando Hiago Souza Fernandes; César Vinícius Mendes Nery

    2014-01-01

    Com o uso das geotecnologias é possível identificar o potencial que evoluem as mudanças temporais de um espaço físico-territorial. No presente trabalho buscou-se avaliar as mudanças do uso e ocupação do solo na Bacia do Rio Vieira entre um espaço temporal de três anos. Para a verificação das alterações ocorridas do mapeamento realizado por Leite et al. (2011), foi utilizado a mesma base metodológica para o ano de 2012, com classificação supervisionada, pixel a pixel, algoritmo de  máxima vero...

  8. COMPARTIMENTAÇÃO MORFOMÉTRICA DA BACIA DO RIO COCO COMO SUBSÍDIO A ANÁLISE DE FRAGILIDADE AMBIENTAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Freitas Benevides Almeida

    2016-01-01

    Full Text Available El presente estudio tuvo como objetivo realizar la compartimentación morfométrica de la Cuenca Hidrográ - fica del Rio Coco. Para esto, fue realizada la digitalización manual de la red hidrográfica en escala 1:5.000 en ArcGis 10.1 a partir de imágenes do satélite RapidEye, siendo utilizada la metodología propuesta por Strahler (1952 para la jerarquización de la red de drenaje. La compartimentación de la cuenca fue realizada en el programa ArcGis 10.1 con base en el análisis del drenaje y el paisaje (hidrografía e relieve. Fueron definidos 05 compartimientos (sub-cuencas, siendo: Sub-cuenca del Ribeirão Prata, Sub-cuenca del Ribei - rão Piedade, Sub-cuenca del Ribeirão Surubim, Sub-cuenca del Alto Rio Coco y Sub-cuenca del Bajo Rio Coco, para los cuales fueron aplicados parámetros morfométricos, conforme las metodologías descriptas en los trabajos de Horton (1945, Christofoletti (1969 y Strahler (1952. A partir del análisis realizado se puede observar que las sub-cuencas del Alto Rio Coco y del Ribeirão Piedade fueron los compartimientos que presentaron mayores fragilidades naturales en relación a las demás sub-cuencas, situación verificada con los resultados del análisis morfométrico realizado, requiriendo por tanto una atención especial en relación al uso y ocupación del suelo.

  9. Territórios autoconstruídos: outras materialidades, outras habitabilidades

    OpenAIRE

    Pela, Ida Matilde

    2015-01-01

    O presente artigo tem por objetivo pontuar algumas questões sobre os territórios autoconstruídos e a habitabilidade na autoconstrução. No momento de identificar precariedades e propor melhorias de habitabilidade, através da assistência técnica, os arquitetos urbanistas devem considerar os “modos de construir e morar” que caracterizam tais territórios. A afirmação corrente é de que essas habitações não respondem aos padrões arquitetônicos e índices urbanísticos vigentes pois são “outras” as “l...

  10. Satisfação e percepção dos usuários dos sistemas de saneamento de municípios goianos operados pelas prefeituras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Souza Carvalho Lima

    Full Text Available RESUMO Conhecer a satisfação dos consumidores em relação aos serviços de saneamento configura-se como ferramenta capaz de auxiliar a gestão desses serviços. Este trabalho avaliou a satisfação dos consumidores a respeito dos serviços de saneamento básico gerenciados diretamente pelas prefeituras em 21 municípios do estado de Goiás. Para a avaliação da satisfação, no que diz respeito às características de todos os componentes do saneamento, foi utilizada a escala intervalar. Procedeu-se à verificação da percepção dos consumidores em relação à realidade das condições de saneamento comparando os resultados obtidos por meio de formulários com as condições constatadas nas visitas aos órgãos municipais responsáveis pelo saneamento básico. Para tanto, foram aplicados 479 formulários a pessoas escolhidas aleatoriamente, e o número de formulários aplicados em cada município foi obtido utilizando a regra de alocação de Neyman. Verificou-se que a satisfação prevalece para abastecimento de água, coleta e transporte de resíduos. Porém, para drenagem urbana, disposição final dos resíduos e todos os indicadores referentes ao esgotamento sanitário, prevalece a insatisfação. Pequena parcela da população manifestou-se como indiferente, mostrando a preferência dos consumidores em se posicionar. Observou-se que a percepção dos consumidores condiz com a realidade dos municípios, o que pôde ser verificado durante a realização das visitas.

  11. CONSIDERAÇÕES A RESPEITO DA DISTRIBUIÇÃO DAS PLANÍCIES FLUVIAIS DO RIO MOGI GUAÇU

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Henrique de Campos Zancopé

    2006-11-01

    Full Text Available Este artigo apresenta a distribuição das larguras das planícies fluviais do Rio Mogi Guaçu, localizado na Região NE do Estado de São Paulo (SE Brasileiro e sua relação com a distribuição das estruturas geológicas e litologias da bacia hidrográfica. As larguras das planícies do Rio Mogi Guaçu são ajustadas para escoar sobre estruturas geológicas e litologias diferentes. Em sistemas fluviais como o Rio Mogi Guaçu, a distribuição das planícies e suas dimensões no perfil longitudinal sofrem influência das estruturas geológicas e litologias, por meio das modificações nas características do transporte da carga detrítica, do gradiente e do nível de base, bem como do ajuste ás magnitudes e frequências dos fluxos.

  12. Medidas não-estruturais na prevenção de enchentes em bacias urbanas: cenários para a bacia do Gregório, São Carlos - SP

    OpenAIRE

    Elisânia Magalhães Alves

    2005-01-01

    O presente estudo aborda a questão da drenagem urbana, enfocando a interdependência entre planejamento do uso do solo e do sistema de drenagem para o controle das enchentes. Considera que o sistema de drenagem, no planejamento de uma bacia urbana sustentável, deve ser previsto na fase inicial do planejamento urbano e integrado aos demais planos de desenvolvimento, para que atue de maneira preventiva, o que depende de conhecimento prévio do funcionamento do sistema urbano e da capacidade de pr...

  13. A Bacia do Algarve : estratigrafia, paleogeografia e tectónica

    OpenAIRE

    Terrinha, Pedro; Rocha, Rogério Bordalo; Rey, Jacques; Cachão, Mário; Moura, Delminda; Roque, Cristina; Martins, J.; Valadares, Vasco; Cabral, João; Azevedo, Maria do Rosário; Barbero, Luis; González Clavijo, Emilio José; Dias, Ruben P.; Matias, H.; Madeira, J.

    2013-01-01

    A “Bacia do Algarve” corresponde, segundo a literatura científica tradicional, aos terrenos mesocenozóicos que orlam o Sul de Portugal, desde o Cabo de São Vicente ao rio Guadiana (~140km), penetrando irregularmente para o interior entre 3 km a 25 km, sobre terrenos de idade carbónica da Zona Sul Portuguesa. O hiato, de aproximadamente 70 milhões de anos, materializado pela discordância angular entre as rochas sedimentares de tipo flysch do Carbónico, metamorfizadas e deformadas durante a ...

  14. Mapeamento e análise do uso e ocupação do solo na bacia do rio vieira no município de Montes Claros/MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Aparecida Moreira

    2014-10-01

    Full Text Available Com o uso das geotecnologias é possível identificar o potencial que evoluem as mudanças temporais de um espaço físico-territorial. No presente trabalho buscou-se avaliar as mudanças do uso e ocupação do solo na Bacia do Rio Vieira entre um espaço temporal de três anos. Para a verificação das alterações ocorridas do mapeamento realizado por Leite et al. (2011, foi utilizado a mesma base metodológica para o ano de 2012, com classificação supervisionada, pixel a pixel, algoritmo de  máxima verossimilhança (MAXVER e limiar de aceitação de 99,99%, sendo definidas as seguintes classes; área urbana, cultura agrícola, mineração, recursos hídricos, pastagem, silvicultura, vegetação natural e outros. Dentre as mudanças sofridas por essa bacia no intervalo de três anos, pode-se perceber aumento de uso do solo para atividade minerária e de silvicultura, além de contínuo uso para pastagem, uma vez que a região tem a agropecuária como uma atividade economicamente representativa.

  15. Precipitação na bacia amazônica e sua associação à variabilidade da temperatura da superfície dos oceanos Pacífico e Atlântico: uma revisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Limberger

    2016-12-01

    Full Text Available Estudos sobre variabilidade climática caracterizam-se como de grande importância para os estudos geográficos já que os extremos climáticos afetam diretamente as condições socioambientais. O presente estudo visa apresentar pesquisas já desenvolvidas sobre a variabilidade climática da chuva na bacia amazônica brasileira, dos oceanos adjacentes e sobre a inter-relação entre eles, com o objetivo de apresentar o estado da arte acerca do tema e contribuir para o desenvolvimento de estudos da área na ciência geográfica. O principal fenômeno que afeta a variabilidade da chuva na bacia amazônica é o ENOS, contribuindo para períodos mais secos quando da sua fase quente e períodos mais úmidos quando de sua fase fria. Também o Atlântico desempenha papel importante na variabilidade da precipitação, especialmente por modular o posicionamento da ZCIT e o transporte de umidade para a bacia amazônica. Artigos apresentados destacam também a importância de se compreender a retroalimentação entre os fenômenos que se desenvolvem no Pacífico e Atlântico, demonstrando que se trata de processos altamente acoplados e de grande complexidade, tanto no seu funcionamento quanto nos efeitos que causam na hidrologia da bacia amazônica. Pode-se concluir que as teleconexões entre a temperatura da superfície do mar e a variabilidade das chuvas na bacia amazônica constituem um tema de grande pertinência e que várias lacunas do conhecimento ainda precisam ser preenchidas.

  16. BIODISPONIBILIDADE DE METAIS TÓXICOS EM SEDIMENTOS DO RIO SUBAÉ, BAHIA, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jucelino Balbino da Silva Júnior

    2016-12-01

    Full Text Available Este trabalho avaliou a biodisponibilidade dos metais Pb, Cd, Zn, Cu e Ni, empregando a técnica dos sulfetos voláteis em ácido (AVS e metais simultaneamente extraídos (SEM, contemplando período chuvoso e de estiagem. As amostras de sedimento foram coletadas em 10 (dez estações ao longo da bacia do rio Subaé, desde a sua nascente até a foz na Baía de Todos os Santos (BTS. Os metais liberados durante a extração foram analisados usando espectrometria de fluorescência de raios-X (TXRF e espectrometria de absorção atômica com otimização eletrotérmica em forno de grafite (GFAAS, e os sulfetos voláteis foram quantificados utilizando potenciometria com eletrodo de íon seletivo (IES. A partir dos resultados obtidos, pode-se concluir, em função dos valores encontrados para os sulfetos e da matéria orgânica, que as concentrações de metais apresentaram valores que caracterizam a possibilidade de efeitos biológicos adversos para a biota nas regiões de baixa salinidade, em ambos os períodos.

  17. Padrão espaço-temporal da umidade volumétrica do solo em uma bacia hidrográfica com predominância de latossolos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Léo Fernandes Ávila

    2011-10-01

    Full Text Available A umidade volumétrica do solo possui alta variabilidade espacial e temporal devido à influência de vários fatores ambientais e de uso do solo. Desse modo, seu entendimento assume papel fundamental na modelagem dos processos que envolvem o escoamento superficial, a erosão do solo e o transporte de sedimentos. Nesse contexto, objetivou-se neste estudo avaliar o padrão espacial e temporal da umidade volumétrica na camada superficial do solo, nas diferentes estações do ano, em uma bacia hidrográfica experimental, com predominância de latossolos, localizada na região Sul de Minas Gerais. Para isso, utilizou-se o conceito de estabilidade temporal e escalonamento de semivariogramas, o qual possibilitou a comparação da estrutura espacial dos modelos de semivariogramas ajustados. Foi possível detectar forte dependência espacial da umidade do solo na bacia hidrográfica, com grau de dependência sempre acima de 80 %, e os semivariogramas escalonados mostraram semelhanças no padrão espacial no verão e no outono e diferenças em relação ao inverno e à primavera. Dessa forma, constatou-se que houve diferença no padrão espacial da umidade do solo ao longo do ano, contudo maior homogeneidade no período chuvoso (verão. Ocorreu variação no padrão temporal de umidade do solo de acordo com as estações do ano, sendo verificada tendência nos dados de inverno e primavera, demonstrada pelo teste de Spearman. Devido às diferenças verificadas no padrão espaçotemporal da umidade do solo ao longo das estações do ano, quatro pontos distintos foram identificados, um em cada estação, para implantação de monitoramento permanente desse atributo do solo na bacia hidrográfica.

  18. O lambari Astyanax altiparanae (Characidae pode ser um dispersor de sementes? - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v25i2.2045 Can lambari, Astyanax altiparanae (Characidae, be a seed disperser? - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v25i2.2045

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Muller Gomiero

    2003-04-01

    Full Text Available Este trabalho caracterizou a alimentação natural de Astyanax altiparanae na sub-bacia do rio Corumbataí e bacia do rio Jacaré-pepira, com enfoque principal na ingestão de sementes de Croton urucurana. Os itens alimentares de Astyanax altiparanae, em ordem decrescente de Grau de Preferência Alimentar (GPA, foram: insetos alóctones, restos de insetos, material vegetal alóctone, sementes de Croton urucurana, insetos autóctones, sedimentos, material vegetal autóctone, escamas, ovócitos e aracnídeos. Sementes de Croton urucurana ocorreram no verão, época de cheia dos rios. Sugere-se que Astyanax altiparanae seja um dispersor secundário das sementes de Croton urucurana, sendo que a intensidade e a efetividade dessa dispersão devem, ainda, ser investigadasThis work characterized the feeding of Astyanax altiparanae in the sub-basin of Corumbataí river and in the basin of Jacaré-pepira river with a focus on the ingestion of Croton urucurana seeds. The food items of Astyanax altiparanae were, in decreasing APD (Alimentary Preference Degree order: allochthonous insects, allochthonous plant material, Croton urucurana seeds, autochthonous insects, sediments, autochthonous plant material, scales, oocytes and arachnidans. Croton urucurana seeds occurred during the summer, in the flood period. Lambari, Astyanax altiparanae, could be a secondary disperser of Croton urucurana seeds, however, the intensity and effectiveness of this dispersion may be still investigated

  19. PROCESSO SUCESSÓRIO FAMILIAR: UM ESTUDO REALIZADO EM DUAS EMPRESAS DE CAMPOS DOS GOYTACAZES - RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla de Souza Gomes Silva

    2014-11-01

    Full Text Available As organizações familiares estão presentes em todo contexto mundial, sendo micro ou pequenas empresas, são elas as responsáveis por grande parte da economia em no Brasil, elas surgem a partir de um sonho e do esforço de empreendedores que buscam construir um negócio lucrativo que dure por gerações. Entretanto, mesmo sendo tão representativas essas empresas enfrentam dificuldades durante a sucessão, que devido à falta de planejamento sucessório e da preparação dos futuros herdeiros muitas delas não chegam a segunda e a terceira geração. Com este trabalho foi possível analisarmos o processo sucessório e a importância do planejamento e da profissionalização dos sucessores. Os dados foram coletados por meio de entrevistas com base em um roteiro de perguntas semi estruturadas realizadas com os sucessores de duas pequenas empresas familiares em Campos dos Goytacazes que já passaram pelo processo sucessório. Apesar de não ter ocorrido um planejamento sucessório o fato dos sucedidos levarem seus herdeiros para a empresa quando crianças e os familiarizando ao negócio contribuiu para que a transição ocorresse sem muitos impactos dando continuidade a um empreendimento próspero.

  20. Análise das propriedades físicas de bacias hidrográficas: arroio Olarias – Ponta Grossa/PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Augusto DIEDRICHS

    2002-12-01

    Full Text Available O objetivo da realização deste trabalho é a caracterização morfométrica e hidrológica da bacia hidrográfica do arroio Olarias, município de Ponta Grossa/PR. Os cálculos e análise morfométrica para caracterização ambiental foram pautados por CHRISTOFOLETTI (1974. Foram obtidos vários parâmetros e, dentre estes, ficam evidenciadas três regiões de comportamento hidrológico distinto. A região das nascentes apresenta rede de drenagem densa, bem distribuída e acentuada declividade, o que proporciona rápido escoamento e alto potencial erosivo. No restante da bacia a declividade é baixa, proporcionando trechos sujeitos à enchentes e acúmulo de detritos. Estes resultados permitem identificar as áreas com potencialidade de risco e auxiliar no planejamento da urbanização desta bacia hidrográfica.

  1. Inventário dos esquemas de gênero do autoconceito (IEGA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Giavoni

    Full Text Available Este trabalho apresenta a construção e validação do Inventário dos Esquemas de Gênero do Autoconceito (IEGA. Este instrumento avalia dois componentes do autoconceito - os esquemas masculino e feminino. Na etapa de construção foram levantadas e analisadas estatisticamente, características designadas à masculinidade e à feminilidade. Na etapa de validação, estas características passaram a compor as escalas masculina e feminina do IEGA. Em ambas as etapas, as amostras utilizadas foram compostas por estudantes universitários. Para a validade de construto foram realizadas análises fatoriais para ambas as escalas e análises da consistência interna dos fatores. Através do método Principal Axis Factoring (PAF e rotações oblíquas, as escalas masculina e feminina apresentaram estruturas multidimensionais. Devidamente validado, o IEGA pode ser utilizado para avaliar os esquemas masculino e feminino do autoconceito.

  2. Inventário dos esquemas de gênero do autoconceito (IEGA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giavoni Adriana

    2000-01-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta a construção e validação do Inventário dos Esquemas de Gênero do Autoconceito (IEGA. Este instrumento avalia dois componentes do autoconceito - os esquemas masculino e feminino. Na etapa de construção foram levantadas e analisadas estatisticamente, características designadas à masculinidade e à feminilidade. Na etapa de validação, estas características passaram a compor as escalas masculina e feminina do IEGA. Em ambas as etapas, as amostras utilizadas foram compostas por estudantes universitários. Para a validade de construto foram realizadas análises fatoriais para ambas as escalas e análises da consistência interna dos fatores. Através do método Principal Axis Factoring (PAF e rotações oblíquas, as escalas masculina e feminina apresentaram estruturas multidimensionais. Devidamente validado, o IEGA pode ser utilizado para avaliar os esquemas masculino e feminino do autoconceito.

  3. Modelagem hidrológica em microbacia hidrográfica parte I: aprimoramento do modelo HidroBacia Hydrologic modeling in a small watershed part I: improvement of the HidroBacia model

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidney S. Zanetti

    2009-08-01

    Full Text Available Testes preliminares realizados com o modelo hidrológico HidroBacia, indicaram desequilíbrio no seu balanço de massa, despertando a necessidade de estudos visando ao seu aperfeiçoamento; assim, o presente trabalho consistiu no aprimoramento do modelo HidroBacia a partir da localização e correção de falhas no código-fonte do seu programa computacional, essas falhas foram identificadas através da depuração do modelo durante simulações do hidrograma de escoamento superficial, utilizando-se dados de uma microbacia hidrográfica experimental. A principal causa relacionada com o desequilíbrio do balanço de massa do modelo, tinha referência com a solução das equações do modelo de ondas cinemáticas usado na propagação dos hidrogramas de escoamento superficial, cujo problema foi contornado pela substituição do algoritmo linear utilizado, Bras (1990, pelo algoritmo não-linear apresentado por Li et al. (1975. A partir desta modificação, considerada principal, e outras modificações implementadas, o balanço de massa do modelo HidroBacia foi ajustado e suas simulações passaram a gerar estimativas coerentes. Em virtude das alterações efetuadas, o HidroBacia evoluiu da versão 1.0 para a versão 1.1.In previous tests conducted by the HidroBacia hydrologic model, desequilibria in its mass balance was detected, thus showing the need for further studies for its improvement. This work consisted of improvement of the HidroBacia model by means of identification and correction of mistakes in its software source code. The mistakes were identified through adjustment during runoff hydrograph simulations using an experimental watershed data bank. The main factor, related to the mass balance desequilibria in the model, was correlated with the solution of the equations for the kinematic wave model used for propagation of the runoff hydrographs. This problem was corrected by the substitution of the linear algorithm used (Bras, 1990, by the

  4. Flora arbórea da bacia do rio Tibagi (Paraná, Brasil: Celastrales sensu Cronquist Tree flora of the Tibagi river basin (Paraná, Brazil: Celastrales sensu Cronquist

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Augusto Gorne Viani

    2007-06-01

    Full Text Available Este trabalho estudou, por meio de coleções de herbários, os representantes arbóreos da ordem Celastrales sensu Cronquist, encontrados na bacia do rio Tibagi, estado do Paraná, Brasil. Esta bacia hidrográfica, subdividida em três zonas de norte para sul, baixo Tibagi (BT, médio Tibagi (MT e alto Tibagi (AT, apresenta diferentes condições ambientais e tipos de vegetação ao longo de sua extensão. A ordem Celastrales está representada na bacia estudada por 15 espécies arbóreas, pertencentes às famílias Aquifoliaceae, Celastraceae e Icacinaceae. Icacinaceae conta com apenas duas espécies, Citronella gongonha e C. paniculata, sendo a primeira distinta pelo ovário glabro e folhas geralmente com espinhos. Aquifoliaceae contém seis espécies: Ilex brasiliensis, I. brevicuspis, I. chamaedryfolia, I. dumosa, I. paraguariensis e I. theezans, que ocorrem preferencialmente no AT e MT e se distinguem pela dimensão, revestimento, ápice e margem da folha e pela morfologia das sépalas. Celastraceae está representada por sete espécies pertencentes a dois gêneros, Plenckia populnea, espécie de cerrado, encontrada apenas no MT e seis espécies de Maytenus (M. aquifolia, M. dasyclada, M. evonymoides, M. ilicifolia, M. robusta e M. salicifolia, com distinção baseada principalmente no tipo de margem e dimensão das folhas, forma do ramo e número de flores por inflorescência.A study of the tree species of the order Celastrales sensu Cronquist from the Tibagi river basin, Paraná state, Brazil, is presented, based on herbarium material. This basin is subdivided into three zones, from north to south: lower Tibagi (BT, mid Tibagi (MT and upper Tibagi (AT, each with different environmental conditions and vegetation types. The order Celastrales is represented in the basin by 15 tree species belonging to three families: Aquifoliaceae, Celastraceae and Icacinaceae. Icacinaceae has only two species, Citronella gongonha and C. paniculata. The

  5. Comportamento sedentário como discriminador dos transtornos mentais comuns em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paloma Alves dos Santos da Silva

    Full Text Available RESUMO Objetivo Analisar o comportamento sedentário (CS como discriminador dos Transtornos Mentais Comuns (TMC entre idosos. Métodos Estudo transversal com amostra composta por 310 indivíduos idosos, residentes no município de Ibicuí-BA. Foi utilizado um questionário contendo informações sobre características sociodemográficas, inatividade física no tempo livre e questões autorreferidas do tempo gasto sentado em um dia habitual da semana e de um dia do final de semana. Para estimar o ponto de corte do Comportamento Sedentário na discriminação dos TMC, utilizou-se a curva Receiver Operating Characteristic (ROC. Resultados A prevalência de TMC foi de 55,8%, sendo maior entre as mulheres (66,7%. Os maiores valores para a área sob as curvas ROC entre CS e TMC foi para o sexo masculino: CS/dia 0,58 (IC 95% = 0,49-0,67. Os pontos de corte propostos para CS/dia foram: homens: > 330 min/dia; mulheres: > 300 min/dia. Conclusão O comportamento sedentário é um indicador válido para identificação de suspeita de TMC em idosos, mostrando-se ser um fator de risco que deve ser observado pelos profissionais de saúde.

  6. A paleoictiofauna da Formação Missão Velha, Cretáceo Inferior da Bacia do Araripe, Nordeste do Brasil

    OpenAIRE

    Camila David Cupello

    2011-01-01

    A Bacia sedimentar do Araripe é uma das mais ricas localidades fossilíferas do mundo e representa algumas das principais fases da evolução tectônica ligadas ao processo de abertura do Atlântico Sul. Essa bacia se subdivide em dois pacotes estratigráficos distintos: o Grupo Cariri (constituído pelas formações Cariri, Missão Velha e Rio Batateiras) e o Grupo Araripe (constituído pelas formações Crato, Ipubi, Santana e Exu). No caso do Grupo Cariri, apenas a Formação Missão Velha (= Brejo Santo ...

  7. A pesca comercial na bacia do rio Madeira no estado de Rondônia, Amazônia brasileira The Commercial fisheries of the Madeira river basin in the Rondônia state, brazilian Amazon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Rodrigues da Costa Doria

    2012-03-01

    Full Text Available Este estudo caracteriza quali e quantitativamente a atividade pesqueira comercial na bacia do rio Madeira, afluente do rio Amazonas, no trecho entre Guajará-Mirim e Porto Velho, estado de Rondônia. No período de janeiro a dezembro/2004, foram registrados 460 t, correspondendo 935 viagens. A análise dos dados oriundos do monitoramento dos desembarques demonstrou que a pesca na região tem caráter artesanal de pequena escala, destacando a maior participação das canoas motorizadas (131 unidades do que barcos pesqueiros (45 unidades; capacidade média: 3.000kg na frota pesqueira. Os peixes migradores jaraqui (Semaprochilodus spp., dourada (Brachyplatystoma rousseauxii, sardinha (Triportheus spp., jatuarana/matrinxã (Brycon amazonicus e B. cephalus, curimatã (Prochilodus nigricans e filhote (Brachyplatystoma filamentosum se destacaram na composição das espécies desembarcadas. As informações técnicas geradas são importantes para subsidiar ações de ordenamento pesqueiro, bem como para avaliar futuras variações que possam ocorrer na atividade frente aos impactos dos empreendimentos hidrelétricos em construção na região.This study presents qualitative and quantitative information about commercial fishery in the basin of the Madeira River, tributary of the Amazon River, describing the fishing activity in the segment between Guajará-Mirim and Porto Velho, in Rondônia State. From January to December/2004, 219 fishermen and 935 trips were registered, corresponding to the capture of 460 t of fish. Data from fish landings demonstrate that fisheries in the region are small-scaled and point to a higher participation of small motorized canoes (130 units than of fishing boats (45 units; average capacity: 3000 kg in the fishing fleet. Migratory species like jaraqui (Semaprochilodus spp., dourada (Brachyplatystoma rousseauxii, sardinha (Triportheus spp., jatuarana/matrinxã (Brycon amazonicus e B. cephalus, curimatã (Prochilodus nigricans

  8. Flora ficologica da plataforma continental do litoral setentrional da bacia potiguar (RN), Brasil, com ênfase em chlorophyta

    OpenAIRE

    De Lourdes Montenegro Cocentino, Adilma

    2009-01-01

    Foram estudadas as macroalgas marinhas bentônicas de um habitat pouco explorado (Bacia Potiguar, Rio Grande do Norte, Nordeste do Brasil) e cuja informação florística é rara, para se conhecer a diversidade taxonômica e padrões de distribuição em um infralitoral tropical, onde vários empreendimentos estão em fase de instalação, sendo enfatizadas as Chlorophyta, como indicadoras da qualidade ambiental. Amostragens de macroalgas bentônicas foram feitas, com dois tipos de dragas e ...

  9. ANÁLISE E MAPEAMENTO DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO DA BACIA DO ALTO DO DESCOBERTO, DF/GO, POR MEIO DE CLASSIFICAÇÃO AUTOMÁTICA BASEADA EM REGRAS E LÓGICA NEBULOSA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Faria Nunes

    2015-02-01

    Full Text Available A Bacia do Alto do Descoberto é importante fonte de água para o Distrito Federal. Essa bacia tem apresentado ao longo dos anos expansão agrícola e urbana em detrimento das áreas de vegetação natural. A ocupação inadequada, assim como a falta de planejamento do uso e ocupação do solo, pode levar a alterações do escoamento superficial e, consequentemente, do ciclo hidrológico, a feições erosivas, à contaminação dos mananciais superficiais e subterrâneos e ao desequilíbrio do ecossistema da região. Portanto, o monitoramento e a análise do uso e ocupação do solo são imprescindíveis na prevenção desses impactos e na manutenção dos mananciais. Dessa forma, este estudo tem como objetivo o mapeamento e a análise comparativa do uso e ocupação do solo da Bacia do Alto do Descoberto entre os anos 1994 e 2011. As classificações de uso e ocupação do solo foram elaboradas utilizando um classificador orientado ao objeto baseado em regras e lógica nebulosa, permitindo uma análise dos avanços do uso do solo e a perda da cobertura vegetal da bacia. O sistema de classificação utilizado foi considerado bem-sucedido, com índice de exatidão temática (Kappa de 0,64. Apesar de ainda haver algumas confusões temáticas no processo de classificação, as análises comparativas entre as classes temáticas dos mapas dos referidos anos evidenciaram a forte expansão agrícola da região em aproximadamente 11% da área da bacia, bem como uma perda de vegetação natural.

  10. A Reestruturação Produtiva relacionada com a formação e a ocupação de Rio das Ostras, RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Laura Monnerat Gomes

    2011-02-01

    Full Text Available Este artigo aborda a formação e a ocupação de Rio das Ostras durante o período compreendido entre 1950 e 2007. A dinâmica demográfica da área de estudo é bastante peculiar, se a compararmos com a cidade do Rio de Janeiro, sofrendo profundas modificações, principalmente, durante as últimas três décadas do século XX, com a descoberta de petróleo na Bacia de Campos. A formação e a ocupação do território de Rio das Ostras estão diretamente ligadas aos ciclos econômicos da Bacia de Campos.

  11. Mobilidade populacional e as novas espacialidades urbanas: municípios da Ompetro, Rio de Janeiro (2000-2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joseane de Souza

    2015-01-01

    Full Text Available A Organização dos Municípios Produtores de Petróleo e Gás Natural e Limítrofes da Zona de Produção Principal da Bacia de Campos (Ompetro, fundada em 2001, inclui nove municípios litorâneos do Estado do Rio de Janeiro. O desenvolvimento da atividade produtiva -reestruturação, sofisticação e diversificação da produção, dos serviços e do consumo- decorrentes do desenvolvimento da atividade petrolífera, a partir de meados dos anos 70, vem provocando uma série de transformações na região. Nesse sentido, esse artigo tem como objetivo analisar o processo de formação dessa nova espacialidade urbana, enfatizando a mobilidade da população entre estes municípios no período 2000 e 2010. Para tanto, foi mensurada a magnitude dos fluxos pendulares, estimados os principais indicadores de seus impactos sobre as respectivas populações de origem, e analisadas as características socioeconômicas e demográficas dos trabalhadores que realizam esse movimento quotidianamente.

  12. Caracterização do nível tecnológico dos apicultores do estado do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Niraldo José Ponciano

    2013-09-01

    Full Text Available O estudo analisa e busca subsídios para gerar e transferir tecnologias compatíveis com o nível socioeconômico dos apicultores. Os dados foram extraídos a partir do Censo Apícola, englobando 75 municípios com atividade apícola representativa. Foi utilizada a Análise Fatorial para caracterizar o nível tecnológico dos apicultores. Os resultados evidenciaram baixo nível tecnológico. Por meio dos escores fatoriais calculou-se o índice bruto de desenvolvimento. Com valores mais altos desse índice, destacaram-se os municípios de Conceição de Macabu, Areal, Duas Barras, Rio Claro, Cardoso Moreira, Cachoeiras de Macacu, Campos dos Goytacazes, Natividade e Nova Iguaçu. Constatou-se que o grau de escolaridade influenciou positivamente o desenvolvimento dos apicultores. Esse desenvolvimento também foi afetado pela assistência técnica, pelo manejo da troca de rainha e pela prática da apicultura migratória. Dessa forma, a modernização dos apicultores no sentido de melhorar o nível tecnológico, expandir a produtividade e diversificar a produção passa necessariamente pelo nível de conhecimento do apicultor e pela situação socioeconômica.

  13. A dinâmica atmosférica na vertente oriental da bacia do alto rio Paraná e a gênese das chuvas = The atmospheric dynamics on the eastern slope of the Paraná river basin and the genesis of rain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor da Assunção Borsato

    2008-07-01

    Full Text Available O ritmo dos sistemas atmosféricos e a intensidade variam no tempo e noespaço. Por isso, para caracterizar a dinâmica climática de uma região é necessário estudar a dinâmica das massas de ar ao longo de uma série. Estudaram-se, por meio da dinâmica das massas de ar, a participação dos sistemas atmosféricos atuantes e as porcentagens das chuvas convectivas e frontais ao longo da vertente oriental da bacia do alto rio Paran��. Verificou-se que, nessa vertente, nos meses mais frios, predomina a atuação da massa tropical Atlântica e da polar Atlântica. Nos meses mais quentes, além de predominar a atuação dos sistemas de baixa pressão equatorial continental e tropical continental, têm-se as chuvas convectivas. Verificou-se, também, progressivo aumento na participação das chuvas convectivas, a partirda década de 1990, corroborando a teoria das mudanças climáticas.The rhythm and intensity of atmospheric systems vary intime and space. Therefore, it is necessary to study the dynamics of air masses over a temporal series in order to characterize the climate dynamics of a region or area. The participation of the active atmospheric systems and the percentage shared by convective andfrontal rains along the eastern slope of upper Paraná River were studied based on the dynamics of air masses. It was observed that, in such a slope, during the coldest months, the actions of the Atlantic tropical mass and polar Atlantic mass prevail. However, during thewarmer months, in addition to the predominance of the action of equatorial continental and tropical continental low atmospheric pressure systems, convective rains also take place. It was also noted that, from the 1990s onward, a progressive increase was observed in the participation of convective rains, strengthening the theory of climatic change.

  14. Avaliação pelos usuários dos hospitais participantes do programa de qualidade hospitalar no Estado de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kotaka Filomena

    1997-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O Programa de Qualidade Hospitalar no Estado de São Paulo é desenvolvido pela Associação Paulista de Medicina CQH/APM, desde 1991. Participam do Programa CQH/APM hospitais gerais e especializados, públicos e privados. Tais hospitais são avaliados pelos seus usuários através do questionário CQH-06 ("Avaliação pelos usuários" contendo quesitos de respostas fechadas e respostas abertas para observações e sugestões. Este trabalho objetivou avaliar os resultados do questionário CQH-06 dentro do Programa CQH/APM. METODOLOGIA: Foram analisados 23.751 questionários (5,27% das saídas hospitalares dos pacientes internados de 66 hospitais recebidos durante o ano de 1994. Para a análise considerou-se: o fluxo do questionário, a quantidade e a qualidade das respostas, os dados das respostas fechadas e das abertas, a comparação das respostas fechadas e abertas. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Foram constatados os seguintes aspectos: - a importância do fluxo dos questionários ser diretamente do usuário para o núcleo CQH, - a necessidade do instrumento CQH-06 conter itens gerais que permitam a comparação dos hospitais, - a importância da motivação dos funcionários dos hospitais ao entregar os questionários para os usuários e destes em respondê-los, considerando tanto a quantidade como a qualidade das respostas, - nos hospitais do Programa CQH, a avaliação pelo usuário CQH-06 sobre o número de saídas, apresentou mediana = 4,32% (1º quartil = 1,83% e 3º quartil = 7,92%, sendo que a proporção de usuários, que manifestaram opiniões sobre o serviço em relação ao total, apresentou mediana = 42,11% (1º quartil = 27,28% e 3º quartil = 57,82%. Recomenda-se aos hospitais que utilizem as opiniões dos usuários para o gerenciamento, objetivando a realimentação e Melhoria Contínua da Qualidade dos Hospitais do Programa CQH/APM.

  15. APLICAÇÃO DO MÉTODO DELPHI PARA PROPOSIÇÃO DE CRITÉRIOS PARA PROTEÇÃO DE MANANCIAIS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Reinolds Cardoso de Melo

    2014-08-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 Os mananciais dos sistemas de abastecimento de água, devido às suas condições intrínsecas de atração por conta da qualidade ambiental que oferecem à paisagem, ao clima, à recreação e, principalmente, por disponibilizar água que pode ser utilizada para diversos fins, são buscados para uso por meio da ocupação de suas bacias. Entretanto, as atividades decorrentes de seus usos diretos ou da ocupação dos terrenos de suas bacias podem alterar a qualidade e a quantidade das águas que são captadas para os sistemas de abastecimento, comprometendo a saúde, o conforto, a segurança e o desenvolvimento da população atendida. O objetivo deste artigo é propor critérios para proteção de mananciais de abastecimento de água. Para tanto, procedeu-se a um estudo do arcabouço legal e institucional frente à situação de proteção ambiental de mananciais superficiais. Fez-se uso, também, de um estudo de caso da bacia hidrografia do rio Marés, manancial que abastece parcialmente as cidades de João Pessoa, Bayeux e Santa Rita, no estado da Paraíba, e da aplicação do método Delphi. Os resultados apontam para a precária situação de sustentabilidade ambiental dos mananciais superficiais. Aproveitando a oportunidade da elaboração de Plano Municipal de Saneamento Básico, exigido pela Lei no 11.445/2007 (BRASIL, 2007, propõe-se seis critérios como sugestão a constarem como diretrizes no Plano, de modo a contribuir para a garantia de uma política eficaz de proteção de mananciais. /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:10.0pt; font-family:"Times New Roman

  16. Tectonics and paleogeography of the Marajó Basin, northern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JOÃO B. S. COSTA

    2002-09-01

    Full Text Available The Marajó Basin area presents geologic and geomorphologic features chiefly due to the Mesozoic extension and post-Miocene neotectonics. The extension event with an Early and a Late Cretaceous phases originated four sub-basins that constitutes the Marajó Basin, with a thick continental clastic sequence showing marine influence. NW and NNW normal faults and NE and ENE strike-slip faults controlled the basin geometry. The extension, related to the Equatorial Atlantic opening, propagated into the continent along crustal weakness zones of the Precambrian Tumucumaque, Amapá and Araguaia orogenic belts. The neotectonic event is a strike-slip regime which developed transtensional basins filled in by Upper Tertiary shallow marine (Pirabas Formation and transitional sequences (Barreiras Group, followed by Quaternary fluvial deposits and transitional sequences derived from the Amazon and Tocantins rivers and the Marajoara estuary. The current landscape has a typical estuarine morphology. The coast morphology presents sea-cliffs on transitional Upper Tertiary sequences, while inwards dominate hills sustained by Mid-Pleistocene lateritic crust, with a flat erosive surface at 70 m. In the eastern Marajó Island several generations of paleochannels associated with fluvial-estuarine sequences are recognized, while a fluvial-marine plain is widespread on its western side.A área da Bacia do Marajó apresenta feições geológicas e geomorfológicas devidas principamente à distensão Mesozóica e à neotectônica pós-miocênica. O evento de distensão, com fases do Cretáceo Inferior e Superior, originou quatro sub-bacias que contituem a Bacia do Marajó, com uma espessa seqüência clástica continental mostrando influência marinha. Falhas normais NW e NNW e direcionais NE e ENE controlaram a geometria da bacia. A distensão, relacionada com a abertura do Atlântico Equatorial, propagou-se continente adentro ao longo de zonas de fraqueza crustal dos

  17. Vulnerabilidade à eutrofização de dois lagos tropicais de climas úmido (Cuba e semiárido (Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mario Cesar Wiegand

    Full Text Available RESUMO: Este artigo compara o estado de eutrofização e suas prováveis causas em dois reservatórios tropicais, um em clima úmido (La Juventud, Cuba e o outro em clima semiárido (Marengo, Brasil. Após estimar o estado trófico dos dois reservatórios nas estações chuvosa e seca, avaliou-se a influência hidrológica e de uso do solo sobre o grau de trofia dos lagos. Concluiu-se que os lagos são, em média, mesotróficos. Porém, o lago tropical semiárido encontra-se eutrófico, enquanto que o úmido está oligotrófico. Considerando que há similitude entre os usos do solo nas duas bacias e que, na estação chuvosa, o aporte de nutrientes na bacia úmida é consideravelmente superior ao da semiárida, o maior estado trófico da bacia seca surpreende. A variável que melhor explica esse fenômeno é o tempo de residência da água, que influencia diretamente o tempo de residência do fósforo no lago. O elevado tempo de residência da água na bacia semiárida (três vezes superior ao do lago úmido deve-se tanto ao reduzido coeficiente de escoamento superficial (93 versus 595 mm anuais na bacia úmida quanto à excessiva evaporação da água armazenada no reservatório seco (quatro vezes superior à do reservatório úmido. Esses resultados indicam que lagos semiáridos são mais vulneráveis à eutrofização que os úmidos nos períodos de estio e que, portanto, o manejo de suas bacias deve ser mais restritivo à produção de nutrientes.

  18. O contencioso do algodão: cenários para mudança na política de subsídios dos EUA The cotton dispute: scenarios for change in the U.S. subsidies policy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Lima

    2006-06-01

    Full Text Available Neste artigo se examina a não adequação dos EUA ao parecer da OMC no contencioso do algodão. Argumenta-se que tal atitude é irracional do ponto de vista do Estado unitário e racional, mas que pode ser explicada por meio de uma perspectiva fragmentada do Estado. Assim, embora a administração desejasse a adequação, cotonicultores e congressistas potencializados por instituições políticas constrangeram as mudanças necessárias. Ao final são projetados cenários para a modificação da política de subsídios agrícolas dos EUA.The article examines the non compliance of the United States with the WTO report on the cotton dispute. It is argued that that attitude is not rational from the unitary and rational State point of view, but it can be explained through a fragmented perspective of the State. Thus, although the administration desired to comply, cotton growers and congressists, strengthened by political institutions, constrained the needed changes. In the end, scenarios about possible changes in the U.S. agriculture subsidy policy are projected.

  19. Primeiro registro de Chara indica e Chara zeylanica (Charophyceae, Charales, Characeae em reservatórios do semiárido do estado do Rio Grande do Norte, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Henrique Gonzaga da Silva

    2013-04-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2013v26n3p243 No presente trabalho, apresentamos os primeiros registros das macroalgas Chara indica e Chara zeylanica para o estado do Rio Grande do Norte, Brasil, e para o semiárido nordestino. Exemplares de C. indica e C. zeylanica foram coletados nos reservatórios de Santa Cruz e Umari, respectivamente. Ambos os reservatórios estão localizados na bacia hidrográfica do Rio Apodi-Mossoró (oeste do estado, estando inseridos no bioma Caatinga.

  20. Expressão dos filamentos intermediários no diagnóstico dos tumores mamários de cadelas Expression of intermediate filaments in canine mammary tumors diagnosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.A.P.C. Zuccari

    2002-12-01

    Full Text Available Foram utilizados anticorpos monoclonais para marcação imunoistoquímica dos tecidos tumorais e obtenção de informações sobre a histogênese dos tumores mamários utilizando-se anti-citoqueratinas para marcação de células epiteliais, e anti-actina e anti-vimentina para células mioepiteliais. O procedimento imunoistoquímico mostrou-se esclarecedor com relação à histogênese dos tumores mamários, confirmando a marcação de células epiteliais com as citoqueratinas que perdem sua expressão na transformação celular maligna. A alfa-actina e a vimentina mostraram-se eficientes na marcação de células mioepiteliais. A alfa-actina diminuiu a marcação na metaplasia óssea ou cartilaginosa contrariamente à vimentina cuja marcação foi aumentada. Os resultados permitem melhor entendimento da classificação dos tumores mamários de cadelas com a utilização de anticorpos monoclonais como marcadores do citoesqueleto, que se mostraram eficientes nessa caracterização.Immunohistochemical evaluation was performed to study the histogenesis of canine mammary tumors and to contribute to a better understanding of their classification. Monoclonal antibodies specific for different types of intermediate filaments (cytokeratins, vimentin, alpha-actin were used. Epithelial cells stained positively for cytokeratins and their expression was lost as the malignant transformation occurs. Myoepithelial cells stained positively for vimentin and alpha-actin. In contrast to vimentin, alpha-actin lost the expression as the cartilaginous or osseous metaplasia occurs. Immunohistochemical evaluation with monoclonal antibodies proved to be efficient for identification of tumor histogenesis. alpha-actin were used. Epithelial cells stained positively for cytokeratins and their expression was lost as the malignant transformation occurs. Myoepithelial cells stained positively for vimentin and alpha-actin. In contrast to vimentin, alpha-actin lost the expression

  1. USO E DEGRADAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO: estudo na Microbacia Hidrográfica do Rio Farinha, Paraíba, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irenaldo Pereira de Araújo

    2011-10-01

    Full Text Available Este estudo avaliou a utilização e conservação dos recursos naturais e elencou estratégias de convivência desenvolvidas na Microbacia Hidrográfica do Rio Farinha, Estado da Paraíba, Brasil, circunscrita entre as coordenadas geográficas 07º01’39” a 07º16’50” de latitude Sul e 36º43’41” a 37º16’28” de longitude a Oeste de Greenwich, área de 822,7 Km², que integra a Bacia Hidrográfica Piranhas-Açu. A metodologia empregada embasou-se na técnica de estudo de caso, com emprego de técnicas de geoprocessamento e pesquisa de campo. Compreendeu a execução de quatro etapas. A primeira referiu-se à delimitação da Microbacia Hidrográfica do Rio Farinha; a segunda à identificação dos impactos ambientais difusos. A terceira etapa constou do levantamento e análise preliminar de três áreas com impactos ambientais pontuais: atividade mineradora no Município de Salgadinho, cultivos agrícolas no Município de Teixeira e deposição de resíduos sólidos urbanos do município de Patos. A quarta e ultima etapa constou da apresentação das alternativas de convivência com o semiárido implantadas na área de estudo. Identificou-se que as atividades antrópicas desconsideram os impactos que possam ocorrer à jusante das referidas atividades, os monocultivos, a prática da mineração, a deposição de resíduos sólidos e líquidos são exemplos destas atividades realizadas sem o uso de medidas mitigadoras. Palavras-chave: Degradação Ambiental – Captação e Armazenamento de Águas Pluviais – Resíduos Sólidos Urbanos – Atividade Mineradora.

  2. Demanda de irrigação da cultura da uva na Bacia do Rio São Francisco Irrigation demand for grape crop in San Francisco River Basin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wallisson da S. Freitas

    2006-09-01

    Full Text Available Visando subsidiar o planejamento de projetos agrícolas para o dimensionamento de projetos de irrigação e a gestão de recursos hídricos, estimou-se e se espacializou a demanda de irrigação da videira (Vitis vinifera L., cv. Itália, na bacia do Rio São Francisco. Utilizaram-se séries históricas de dados de 81 estações climáticas distribuídas na bacia. Para cada estação calculou-se os valores, máximos diários e o total anual, da evapotranspiração de referência (ETo, da evapotranspiração da cultura (ETc, da demanda suplementar da cultura e da demanda suplementar de irrigação (este com eficiência de 70%. Com base nos resultados obtidos, concluiu-se que: (a a ETc máxima diária variou, em grande parte da bacia, de 4,5 a 5,7 mm d-1, tendo média anual de 943 mm; (b em média, a demanda anual suplementar da cultura foi 839,5 mm, equivalente a 103,5 mm inferior à ETc; (c o fato do sistema funcionar com 70% de eficiência, em vez de 90%, implica em acréscimo estimado de 18.808.755 m³ de água por ano, somente nas microrregiões de Juazeiro, BA e Petrolina, PE.The irrigation water demand of the grapevine (Vitis vinifera L. cv. Italy was estimated and spatialized in San Francisco River Basin, in order to subsidize the agricultural project planning and water resource management. Historical data series relative to 81 climatic stations distributed throughout the basin were used. The maximum daily values and the annual total values of the reference evapotranspiration (ETo, crop evapotranspiration (ETc, supplementary demand of the crop and the supplementary irrigation demand (70% efficiency were calculated for each station. According to the results, the following conclusions were drawn: (a in a large area of the basin, the maximum daily ETc varied from 4.5 to 5.7 mm d-1, with an annual mean of 943 mm; (b the supplementary annual demand of the crop averaged 839.5 mm, corresponding to 103.5 mm less than ETc; and (c the irrigation

  3. Estudo de metais pesados (Co, Cu, Fe, Cr, Ni, Mn, Pb e Zn na Bacia do Tarumã-Açu Manaus (AM Heavy metal (Co, Cu, Fe, Cr, Ni, Mn, Pb e Zn study in the Tarumã-Açu Basin Manaus (AM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Genilson Pereira Santana

    2007-01-01

    Full Text Available Os resíduos gerados em domicílios incluem diversos produtos, como pesticidas, produtos farmacêuticos, detergentes, óleos de cozinha, metais pesados contidos em baterias e outros utensílios. Esses resíduos são lançados continuamente em aterro sanitário ou lixões em cidades como Manaus. O chorume produzido nesses aterros, quando não tratados, contamina recursos hídricos superficiais e subterrâneos. Neste estudo foi feita uma avaliação das conseqüências da liberação do chorume no sistema hídrico da bacia do Tarumã-Açu. Amostras de água e sedimento foram coletadas nos igarapés Matrinxã, Acará, Bolívia, bacia do Tarumã-Açu e dentro do aterro sanitário (Manaus - Amazonas - Brasil em março 2001. As amostras de água foram filtradas em filtro Milipore (0,45 mm de poro e, em seguida, tratadas com HNO3 concentrado. As amostras de sedimento foram peneiradas em malha de 0,053 mm e digeridas com HCl:HNO3 (1:3 a 150ºC. As concentrações de alguns metais pesados (Co, Cu, Fe, Cr, Ni, Mn, Pb e Zn foram determinadas nas amostras de água e sedimento por espectrometria de absorção atômica de chama. Os resultados revelaram que a concentração dos metais pesados é muito acima dos permitidos pela resolução 357/2005 do CONAMA em praticamente todos os locais amostrados, mostrando que o Aterro Sanitário é um dos principais responsáveis pelo impacto ambiental observado nos corpos hídricos estudados. As análises dos componentes principais (PCA e hierárquica de cluster (HCA, revelam que os pontos de coleta localizados dentro do aterro sanitário apresentam características diferentes dos outros locais amostrados. Além disso, o HCA e PCA mostraram que existe uma similaridade entre os pontos de coleta localizados fora do aterro o que permite afirmar que o chorume do aterro se dissolve por todo corpo hídrico estudado.Domestic sewage involves several products, such as pesticides, pharmaceutics products, detergents, soybean oil

  4. Programa de Pós-Graduação em Geografia - Dissertações Defendidas 1998 - Mestrado - Instituto de Geociências - Universidade Federal do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    1998-01-01

    usado como exemplo o município de Petrópolis, observando-se suas características físicas, sociais e econômicas. Foi selecionada um área representativa do município como piloto para as aplicações em pequena escala, e todo o município como proposta geral. O trabalho propõe uma metodologia de abordagem em captação, processamento e geração de dados que possam ser usados como apoio à gestão do município, dividindo as ações na avaliação de três situações problemáticas, em escalas que vão do detalhe urbano ao território como um todo. Cada situação é detalhada na sua e comentada nos seus resultados. Finalmente, há uma avaliação dos resultados obtidos e uma série de sugestões para que haja prosseguimento do trabalho num nível mais elevado 100 Anuário do Instituto de Geociências - UFRJ Volume 21 / 1998 Nome: Paula Terezinha Tudesco Macedo de Oliveira Título: Relações entre o Crescimento Urbano e as Características da Drenagem Fluvial no Município de Teresópolis-RJ Orientador: Sandra Baptista da Cunha Resumo: Este estudo foi realizado na bacia do alto rio Paquequer (l35,18 km2, onde situa-se a cidade de Teresópolis-RJ. Avalia o comportamento da rede fluvial no processo de ocupação da cidade, ao longo de 41 anos (1956 a 1996, considerando o crescimento de áreas impermeáveis e os problemas na rede fluvial decorrentes dessa expansão. Analisa, em detalhe, a rede de drenagem da sub-bacia do rio Meudon (3ª. Ordem, exemplificadora das mudanças na geometria do canal e nas condições de drenagem. O trabalho foi dividido em 3 (três itens. A caracterização do ambiente da bacia, relevante para as mudanças das condições de drenagem, foi realizada através do inventário dos elementos que condicionam, direta e/ou indiretamente, a rede de drenagem (relevo, geologia, solo, clima, vegetação, ocupação e uso do solo. A seguir, foi avaliada rede de drenagem quanto às suas características morfológicas (hierarquia e morfometria quanto

  5. Germanidade e banhos medicinais nos primórdios dos balneários no Rio Grande do Sul Germanism and medicinal bathing in the early days of health resorts in Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvio Marcus de Souza Correa

    2010-03-01

    Full Text Available Nos primórdios dos balneários no Rio Grande do Sul, encontravam-se alguns imigrantes alemães, não apenas entre os banhistas, mas também entre os empresários do incipiente ramo do curismo-turismo. Era um grupo pequeno de imigrantes de origem urbana que, em geral, já conhecia as vantagens curativas ou revigorantes dos banhos em balneários europeus. Entre eles destacavam-se os médicos, importantes emissores de um discurso científico em prol dos balneários. As práticas terapêuticas de banhos de mar chegaram ao Brasil meridional pela imigração européia da segunda metade do século XIX, embora sua difusão só tenha ocorrido na primeira metade do século seguinte, quando se desenvolveram as primeiras praias balneárias no Rio Grande do Sul.In the early days of bathing resorts some German immigrants were found not only among the bathers, but also among the entrepreneurs of the incipient branch of 'curism-tourism'. It was a small group of immigrants of urban origin who, in general, already knew the curative or reinvigorating advantages of the baths in European bathing resorts. Among them, doctors were prominent, important emissaries of a scientific discourse in favor of bathing resorts. The therapeutic practices of bathing in the sea arrived to meridional Brazil with the European immigration of the second half of the nineteenth century, although its diffusion only took place in the first half of the following century, when the first bathing beaches in Rio Grande do Sul were developed.

  6. ESTIMAÇÃO DA IDADE DA REGENERAÇÃO DA VEGETAÇÃO DE CERRADO A PARTIR DE IMAGENS LANDSAT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Philippe Maillard, Priscilla S. Costa-Pereira

    2011-07-01

    Full Text Available Nas regiões em que a rede de monitoramento hidrossedimentológico é precária ou inexistente, a utilização de modelos hidrológicos, de base física que proporcionem estimativas da geração de escoamento superficial e a perda de solo, se torna muito útil para fins de planejamento das bacias hidrográficas. O presente trabalho trata da aplicação do modelo hidrossedimentológico “Soil And Water Assessment Tool” nas Sub-Bacias 2 e 1 da Bacia Experimental de São João do Cariri. O modelo com a interface ArcSWAT, que se une ao SIG, necessita da entrada de “Modelo Digital de Elevação” (MDE da bacia e as simulações foram realizadas utilizando dois MDEs para fins de análise comparativa: um originado a partir da interpolação de dados de campo e outro obtido através de sensoriamento remoto. Com isto foi possível verificar a confiabilidade do uso de MDE obtido por sensoriamento remoto. Em nível das sub-bacias experimentais, foi realizada a parametrização, na Sub-Bacia 2, e a validação, na Sub-Bacia 1. O desempenho do modelo, para a geração da lâmina escoada, foi avaliado pelo coeficiente de determinação (R² e do fator da eficiência de Nash-Sutcliffe. Os resultados mostram desempenho satisfatório para ambos os MDEs, mostrando a pouca sensibilidade da topografia da geração de lâmina simulada em pequenas bacias. Por outro lado, a produção de sedimentos apresentou resultados insatisfatórios, além do que foi significativa a discrepância da distribuição da erosão do solo na superfície da bacia pelos dois MDEs utilizados.

  7. Trabalho em saúde: retrato dos agentes comunitários de saúde da região Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paloma Ribeiro Pires Simas

    Full Text Available Resumo O objetivo deste estudo consistiu em caracterizar o perfil e os aspectos relacionados à gestão do trabalho dos agentes comunitários de saúde na Região Nordeste do Brasil. Trata-se de um estudo transversal, que contemplou 535 agentes comunitários distribuídos em 107 unidades básicas de saúde da Região Nordeste do Brasil. Os dados foram extraídos de oito blocos de questões referentes à Percepção dos Agentes Comunitários de Saúde sobre aspectos: sociodemográficos, econômico e político; mecanismos de contratação e remuneração; valorização do trabalhador, condições de trabalho e processos de formação dos agentes. Os resultados apontam que a proporção de agentes comunitários contratados pela administração direta na Região Nordeste é predominante. A forma de inserção dos agentes comunitários nos serviços de saúde se deu por concurso seguido de seleção pública. A administração direta é a principal forma de contratação, no entanto, novas modalidades, como as fundações de direito público e privado, organizações sociais e consórcios intermunicipais, constituem alternativas adotadas pelos gestores, produzindo um conjunto de fragilidades provocadas pela flexibilização das relações de trabalho.

  8. Estudo da influência dos conhecimentos prévios na aprendizagem de eletricidade em grupos operativos num ambiente de laboratório

    OpenAIRE

    Morales, Andréa Cantarelli

    2014-01-01

    Esta dissertação de mestrado tem como objetivo principal investigar em que medida o conhecimento prévio dos alunos referente à eletricidade propicia a aprendizagem em laboratório, ambiente de trabalho coletivo. Foi dado início à pesquisa com um questionário aos alunos de Engenharia Mecânica, da disciplina de Laboratório de Eletroeletrônica, neste questionário buscou-se considerar o conhecimento prévio dos alunos sobre eletricidade. Por se tratar de um ambiente de laboratório, t...

  9. Auditoria de prontuário: avaliação dos registros de aspiração traqueal em terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Faria Campos

    2008-06-01

    Full Text Available Estudo descritivo, exploratório com abordagem quantitativa, cujo objetivo foi avaliar o registro da aspiração traqueal em Terapia Intensiva realizado pela equipe multiprofissional utilizando-se dos referenciais da auditoria. Para avaliação dos registros foi utilizada análise documental. Foram analisados 21 prontuários. Amostra composta por 37 registros da equipe intensivista. A pesquisa deu-se entre janeiro a maio de 2006, em uma instituição pública do Rio de Janeiro. Dados coletados utilizando-se instrumento do tipo check list. Os registros foram avaliados utilizando-se como parâmetro um barema. Observou-se que 89,6% da equipe de enfermagem e 100% da fisioterapia registram de modo incompleto o procedimento. Foi verificada a falta do registro em 10,4% dos prontuários analisados da equipe de enfermagem e em 100% da medicina. Conclui-se que o registro da aspiração traqueal encontra-se falho, sendo imprescindível que medidas de educação continuada e sensibilização dos profissionais sejam adotadas.

  10. INCERTEZAS NA REPRESENTAÇÃO DA SALUBRIDADE AMBIENTAL ATRAVÉS DE INDICADORES OBTIDOS COM BASE EM DIFERENTES FONTES DE INFORMAÇÃO. ESTUDO DE CASO: BACIA DO RIACHO REGINALDO EM MACEIÓ, ALAGOAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Aparecido da Silva Gama

    2016-12-01

    Full Text Available Indicadores têm sido utilizados para representar a qualidade e abrangência na prestação de serviços de saneamento básico. Entretanto, diferentes fontes de informação abordam de forma distinta cada um dos componentes do saneamento. O IBGE, por exemplo, mostra como os usuários acessam (ou usam determinado serviço, enquanto o prestador do serviço traz sua abrangência e disponibilidade. Assim, a disponibilidade de determinado serviço de saneamento (abastecimento de água, por exemplo não garante que todos os usuários fazem uso (ou se beneficiam dele e da mesma forma. Com este trabalho, apresenta-se uma metodologia para composição de um Indicador de Salubridade Ambiental (ISA/Maceió, considerando informações relacionadas à prestação de serviços de saneamento básico provenientes de duas fontes: IBGE (censo 2010 e prestadores municipais de serviços de saneamento. O trabalho resultou em: (i adaptação de metodologias existentes de cálculo do ISA, considerando informações locais disponíveis; (ii a composição e (iii o mapeamento do ISA. A metodologia foi aplicada em estudo de caso na bacia do riacho Reginaldo em Maceió/AL, e os resultados mostraram que a fonte de informação utilizada pode gerar distorções importantes de interpretação do ISA. De maneira geral, a bacia estudada apresenta grande variação nas condições de salubridade ambiental, com setores censitários variando de condição de salubridade muito baixa a alta, considerando a realidade local.

  11. Characterisation of the pollution process in the surface waters of the Jucu River Watershed, in the State of Espirito Santo, Brazil = Caracterização do processo de poluição das águas superficiais da Bacia Hidrográfica do Rio Jucu, estado do Espírito Santo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benvindo Sirtoli Gardiman Junior

    2015-10-01

    Full Text Available Water quality is influenced by the use and occupation of the soil in a watershed; this may even prevent the intended use of the body of water. Characterising the processes of contamination of a waterway has therefore become relevant, with a view to identifying the main determining factors, in order to minimise anthropic impact in the future. In this context, the aim of the present study was to characterise the process of contamination of the waters of the Rio Jucu Basin, based on sixteen variables of water quality. To do this, multivariate statistical techniques were used, such as principal component analysis (ACP and factor analysis (AF, which indicated nine variables as indicative of variations in water quality: N(NH3, DBO, N(kj, DQO, total coliform, pH, total solids, dissolved solids and chlorophyll]. These variables were divided into four factors to facilitate their characterisation: Organic, Acidity, Solids and Eutrophication. The factors accounted for around 74% of the total variance of the data, being directly related to enrichment of the water by organic loading, soil acidity, surface runoff and high levels of nutrients, respectively = O uso e a ocupação do solo das Bacias Hidrográficas influenciam a qualidade da água, podendo, inclusive, inviabilizar o uso previsto do corpo hídrico. Nesse caso, torna-se pertinente a caracterização dos processos de contaminação de um curso d’água para que se possa identificar quais são os principais fatores determinantes, auxiliando a minimizar os impactos antrópicos. Objetivou-se, com o presente estudo caracterizar o processo de contaminação das águas da Bacia do Rio Jucu a partir de dezesseis variáveis de qualidade de água. Para tanto, foram utilizadas técnicas de estatística multivariada, como análise de componentes principais (ACP e análise fatorial (AF, que indicaram nove variáveis representativas da variação da qualidade das águas, são elas: N (NH3, DBO, N(kj, DQO

  12. Evolução de Cabeceiras de Drenagem no Médio Vale do Rio Paraíba do Sul (SP/RJ: a Formação e o Crescimento da Rede de Canais sob Controle Estrutural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luiza Coelho Netto

    2003-11-01

    Full Text Available Este artigo apresenta os resultados das pesquisas conduzidas no médio vale do rio Paraíba do Sul, na bacia do rio Bananal (518 2Km e adjacências, sobre a formação e crescimento de redes de canais em cabeceiras de drenagem e suas implicações no rebaixamento diferencial dos divisores de bacias de drenagem sob forte controle estrutural. A ênfase recai nas interações geológico-geomorfológicas que regulam a geração de fluxos ascendentes em fraturas subverticais (artesianismo e suas relações com a formação dos regolitos. As discussões focalizam a natureza dos processos geomorfológicos responsáveis por: 1- formação de depressões fechadas em divisores e suas relações com a origem de concavidades estruturais; 2- origem e progressão de canais incisos (tipo voçoroca através das cabeceiras de drenagem; 3- relação entre a incisão linear (ou rebaixamento de nível de base e o recuo dos divisores; 4- - interações hidrológica e erosiva em cabeceiras de drenagem adjacentes; 5- interações hidrológica e erosiva entre vales fluviais adjacentes e topograficamente desnivelados. Os dados revelam que a rede é dominada pelo crescimento regressivo dos canais de primeira ordem sobre os vales de cabeceiras, onde outros canais menores podem se desenvolver e originar vales suspensos próximos aos divisores, bem como que com a progressão da incisão linear dos canais e rebaixamento do nível freático, acentua-se a competição pela água subterrânea entre vales de cabeceiras ou vales fluviais adjacentes, limitando a geração de fluxos artesianos e os desenvolvimentos da rede de canais interconectados, corroborando o preconizado pela Lei de Gilbert (1877.

  13. Delineation of watershed in a mountainous area using different digital elevation modelsDelimitação de bacia hidrográfica em região montanhosa a partir de diferentes modelos digitais de elevação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Avelino Cecílio

    2013-10-01

    Full Text Available The precise delineation of watersheds is essential to studies related to environmental and hydrologic modeling. Such delineation is performed automatically in GIS softwares using algorithms that identify the watershed from grid representation of the terrain, the digital elevation model (DEM. This study evaluated the automatic delineation of a watershed located in the southern mountainous region of Espirito Santo (Brazil using six different DEMs. Three MDEs were obtained by radar images (SRTM and its refinements. Other three MDEs were obtained by process spatial interpolation of topographic data using different interpolators. It was found that the MDE obtained by the interpolation of topographic data using Top To Raster interpolator, (taking mapped hydrography as support promoted the best representation of the watershed topography for the purpose of its delimitation. A correta delimitação dos divisores de água da uma bacia hidrográfica é de grande importância para estudos ligados à modelagem hidrológica e ambiental. Tal procedimento é realizado de forma automática em aplicativos computacionais de Sistemas de Informaç��es Geográficas, por meio de algoritmos que identificam os divisores de águas a partir de uma representação matricial da topografia do terreno, denominada Modelo Digital de Elevação (MDE. O presente trabalho avaliou a delimitação automática de uma bacia hidrográfica situada em região montanhosa do Sul do Estado do Espírito Santo (Brasil feita a partir de seis diferentes MDEs: três MDEs originários de imagem de radar (SRTM e seus refinamentos, além de três MDEs originários de processos de interpolação espacial de curvas de nível por meio de diferentes formas de interpolação. Verificou-se que o MDE gerado a partir das curvas de nível e da hidrografia mapeada utilizando o interpolador Topo To Raster apresentou o melhor desempenho de representação do relevo da bacia para fins de delimitação da

  14. Historical land-cover/use in different slope and riparian buffer zones in watersheds of the state of São Paulo, Brazil Cobertura vegetal em diferentes usos do solo e declividades do terreno em bacias hidrográficas do estado de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Marco da Silva

    2007-08-01

    Full Text Available Information about the land cover of a region it is a key information for several purposes. This paper aimed to elaborate land-cover maps using digital satellite images obtained in 1997 from seven watersheds (Piracicaba, Moji-Guaçu, Alto Paranapanema, Turvo Aguapeí, Peixe, and São José dos Dourados located in the State of São Paulo, southeastern Brazil. Additionaly, this study evaluated the relationship between land-cover and slopes of the terrain of the seven watersheds. A third objective was to estimate the percentage of riparian vegetation currently remaining along the streams in a 30-meter width buffer zone. Three research questions were posed: i What is the dominant land-cover of these watersheds? ii Is the riparian vegetation well preserved in the 30m width buffer zone? If not, iii what is the dominant land-cover in these areas and what would be the cost of recovering such areas? Pasture was the predominant land-cover, occurring in approximately 50% of the entire study area, while sugar cane (Saccharum officinarum (14% constituted the second most frequent land-cover. Approximately 50% of the area of the seven basins is considered flat (40% or smoothly rolling (10%. The terrain only becomes hillier in the Piracicaba and Alto Paranapanema basins, where a little less than 50% have slopes higher than 8%. The total riparian buffer strip zone occupied an area equivalent to approximately 6,200 km². From this total, only 25% is preserved. Pasture is the main land-cover of the riparian buffer strip zone.Informações sobre mudanças no uso e cobertura do solo são fundamentais para vários propósitos sociais, econômicos e ambientais. O principal objetivo deste estudo foi elaborar mapas de cobertura do solo usando imagens digitais obtidas por satélite no ano de 1997 nas seguintes bacias hidrográficas do Estado de São Paulo: Piracicaba, Moji-Guaçu, Alto Paranapanema, Turvo Aguapeí, Peixe, and São José dos Dourados. Adicionalmente, a

  15. A influência da marca Coca Cola na atratividade e manutenção dos funcionários em uma afiliada no Rio Grande Do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christine da Silva Schröeder

    2014-05-01

    Full Text Available O estudo analisou a influência da marca Coca-Cola na atratividade e manutenção de funcionários em uma empresa afiliada de uma franqueada da The Coca-Cola Company, denominada CVI Refrigerantes Ltda., identificando o nível de conhecimento prévio dos colaboradores da empresa sobre a mesma, verificando os atributos relacionados à marca na visão destes e diagnosticando fatores considerados decisivos no momento da escolha da empresa como empregadora. Foi realizada análise documental e de entrevistas semiestruturadas com funcionários. Constata-se que a imagem e o nome da marca Coca-Cola constituem, para os funcionários, fortes atrativos, além dos benefícios e oportunidades de crescimento oferecidos.

  16. Utilização de P-Index em uma bacia hidrográfica através de técnicas de geoprocessamento Use of P-Index in a waterbasin by geoprocessing techniques

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Lopes

    2007-06-01

    Full Text Available Devido aos grandes problemas de eutrofização de lagos e reservatórios, a identificação de áreas fornecedoras de fósforo possui grande importância no planejamento de medidas de controle da poluição hídrica por atividades agrícolas. Neste trabalho, aplicou-se uma metodologia denominada P-Index, para identificar áreas com potencial de fornecimento de fósforo de ecossistemas terrestres para os corpos d'água, cujo método está baseado no cruzamento de planos de informações referentes à disponibilidade de fósforo no solo e dos processos de transferência deste nutriente, para os cursos de água. Tal procedimento foi aplicado na bacia contribuinte do Sistema de Reservatório Salto, no município de São Francisco de Paula, RS. Com o cruzamento dos planos de informação, obteve-se um mapa de classes de contribuição de fósforo para os reservatórios, verificando-se que a quase totalidade desta área da bacia foi classificada como tendo baixo potencial de fornecimento. As pequenas áreas consideradas com maior potencial de contribuição representam áreas situadas próximas aos corpos d'água e sob cultivo de culturas como batata e alho, nos quais são aplicadas doses elevadas de fertilizantes.Due to problems caused by eutrophication of lakes and reservoirs, the identification of phosphorus source areas is important for planning the control of agriculture-related water pollution. This study applied a method designed to identify these phosphorus source areas, called P-Index, which is based on combining data layers related to soil phosphorus availability and phosphorus transport processes. The method was used for studying the Salto Reservoir waterbasin, in São Francisco de Paula, in the State of Rio Grande do Sul, Brazil. Data related to phosphorus availability, intensity of transport processes, and distance to waterways were combined to yield a map of phosphorus contribution classes, which showed that almost the entire study area

  17. Temporal changes in fish species composition of headwater streams of the upper Paraguay and Paraná basins, Brazil = Alteração temporal na composição de espécies de peixes em riachos de cabeceira das bacias do alto Paraguai e Paraná, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yzel Rondon Súarez

    2010-07-01

    Full Text Available This study was carried out in headwater streams in the Paraguay and Paraná river basins, with bi-monthly samples from January to November 2004, aiming to quantify the influence of environmental factors on the temporal rate of turnover in species composition of the fish communities. The environmental variables explained 73.5% of the variation in beta diversity and 52.5% of the variation in mean dissimilarity. Altitude was the only environmental descriptor that significantly explained the variation in beta diversity and mean dissimilarity in both basins.O presente estudo foi realizado em riachos de cabeceira nas bacias dos rios Paraguai e Paraná, por amostragens bimestrais de janeiro a novembro de 2004, com o objetivo de se quantificar a influência dos fatores ambientais sobre a taxa de alteração temporal na composição de espécies nas comunidades de peixes. As variáveis ambientais utilizadas explicaram 73,5% da variação na taxa de alteração na composição de espécies, utilizando a diversidade beta e 52,5% da variação na taxa de alteração pelo coeficiente de Jaccard. A altitude dos locais amostrados foi o único preditor significativo da taxa de alteração temporal na composição de espécies para ambas as bacias.

  18. Determinantes dos Honorários de Auditoria: um Estudo nas Empresas Listadas na BM&FBOVESPA, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Walther Bottaro de Lima Castro

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Este trabalho analisa os determinantes dos honorários de auditoria pagos por empresas listadas na BM&FBOVESPA. Os dados referentes às empresas listadas para 2012 mostram relação positiva entre honorários com as variáveis porte, complexidade do cliente e auditores Big N. O risco percebido pelo auditor demonstrou afetar os valores dos honorários de forma diferente nos clientes de maior e menor porte. Nos de menor porte, os resultados sugerem que o auditor cobre menores honorários de clientes mais alavancados e com maior risco, contrariando a hipótese de que o auditor cobraria maiores honorários como prêmio pelo risco assumido. Já nos de maior porte, os resultados demonstram que clientes com maior risco, medido pela liquidez e alavancagem, ou com maiores práticas de governança, tendem a gastar mais com auditoria. Quanto à troca do auditor, os resultados apontaram que clientes maiores pagam menos no primeiro ano de auditoria. Esses resultados qualificam os achados de Hallak e Silva (2012, sugerindo a necessidade de novas pesquisas com bases temporalmente mais extensas.

  19. Efeito da variabilidade da precipitação pluvial e do uso e manejo do solo sobre o escoamento superficial e o aporte de sedimento de uma bacia hidrográfica do Distrito Federal Effect of rainfall variability and land use on runoff and sediment in the Pipiripau river basin, in the Distrito Federal, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Marinho Leite Chaves

    2008-02-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito da variabilidade da precipitação sobre o escoamento direto e sobre o aporte de sedimento na bacia do rio Pipiripau (A = 235 km², no Distrito Federal. Cinco anos típicos da série de precipitação foram selecionados: o ano mais úmido, o ano mais seco, o ano médio e dois anos que representaram os desvios-padrão da série (médio-seco e médio-úmido. Depois de o modelo ser calibrado com dados diários de chuva e vazão da bacia, simulações foram realizadas para cada evento chuvoso de cada um dos cinco anos selecionados da série, e o escoamento direto e o aporte de sedimento da bacia foram calculados com a MUSLE em três diferentes cenários de uso e manejo do solo: o cenário atual, onde predomina o preparo convencional do solo (PC nas áreas de agricultura da bacia; o passado recente, em que predominava o Cerrado nativo (CER; e o cenário de plantio direto (PD, nas áreas de agricultura da bacia. Apesar de as vazões médias anuais observadas terem apresentado relação linear com os volumes de precipitação pluvial anual, em todos os cenários, o escoamento direto e o aporte de sedimento apresentaram aumento exponencial com o aumento da precipitação pluvial anual, sendo esse mais pronunciado na condição de preparo convencional (PC do que nos outros cenários estudados (CER e PD. O aumento observado pode ser explicado pela não-linearidade do modelo MUSLE ao volume de precipitação e ao volume de escoamento.The objective of this study was to evaluate the effect of the rainfall variability on the runoff and sediment amount in the Pipiripau river basin (A = 235 km², in the Distrito Federal, Brazil. To represent the climatic variability of the historic precipitation series, 5 years were selected: the moistest, the driest, an average, and 2 years representing the standard deviations from the series (half-wet and half-dry. After the calibration of the model with basin rainfall and

  20. Os usos institucionais da sociedade civil: O exemplo dos Conselhos de Aglomeração

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pierre Mazet

    2012-10-01

    Full Text Available As práticas de democracia participativa tiveram em França impulso decisivo com os “Conselhos de Desenvolvimento” das províncias (“pays” e aglomerações urbanas (lei Voynet, de 1999. A inclusão dos cidadãos na vida política fomentada por estas estruturas não corresponde todavia ao esperado. A partir de três estudos de caso (Bacia de Arcachon do Sul e aglomerações de Bordéus e La Rochelle, explora‑se a composição diversa dos Conselhos de Desenvolvimento, o papel dos autarcas na nomeação e controlo dos seus membros, as dificuldades de neles inserir habitantes anónimos, referindo a predominância de elementos próximos dos eleitos locais e sobretudo de vários tipos de especialistas e pessoal administrativo, habituados às lógicas de planificação e à linguagem político-administrativa. A monopolização dos debates pelo discurso especializado afasta os cidadãos do mundo associativo, cultural ou sindical dos Conselhos de Desenvolvimento. O diagnóstico final, todavia, não é simplesmente negativo, pois aponta para algumas virtualidades deliberativas, de conciliação de interesses, de abertura do jogo político local e inovação das relações políticas postas em campo pelo funcionamento dos Conselhos de Desenvolvimento.

  1. Organizational management in family businesses in the Vale do Rio dos Sinos Gestión organizacional en empresas familiares en el Vale do Rio dos Sinos Gestão organizacional em empresas familiares no Vale do Rio dos Sinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ernani Cesar de Freitas

    2010-12-01

    Full Text Available In the context of business changes, family businesses have often been observed and studied because of their potential for development. Furthermore, these are organizations that have contributed much, and will continue to contribute, to development of the region and the communities, while occupying a prominent position in the business scenario. The organizational practices of management by these businesses in the region of the Vale do Rio dos Sinos were identified and described to provide considerations and potential actions for improving the organizational models adopted. The methodology of exploratory and field research was applied to develop this study. For analysis, the qualitative approach was used to interpret data collected. Results suggest that the family businesses studied implement changes and improvements in their management practices so that organizational models adopted are flexible and adjusted to the globalized world today thereby contributing to growth of the business and also to local, regional and national development as well.En el contexto de las mudanzas empresariales, las empresas familiares han sido objeto frecuente de observación y estudio en consecuencia del potencial de desarrollo que poseen, además del hecho de que esas organizaciones han contribuido y todavía contribuyen para el desarrollo regional y de las comunidades, ocupando una posición de destaque en el escenario de los negocios. Este trabajo tiene como objetivo identificar y caracterizar prácticas organizacionales de gestión en empresas familiares en la región del Vale do Rio dos Sinos, en el sentido de propiciar reflexiones y posibles acciones que visen el perfeccionamiento de los modelos organizacionales adoptados. Para desarrollar este estudio se aplicó la metodología de investigación exploratoria y de campo. El análisis se realizó mediante el abordaje cualitativo, para la interpretación de los datos averiguados en la investigación. Los

  2. Caracterização dos argilominerais usados em matéria-prima cerâmica, da formação Rio do Rasto, Bacia do Paraná, no município de Turvo, SC Characterization of clay minerals used in the ceramic industry, from Rio do Rasto formation, Paraná basin, exploitation in Turvo, SC, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. A. Costa

    2010-12-01

    Full Text Available No sudeste de Santa Catarina existem inúmeras minas de exploração de argilas destinadas à indústria cerâmica da região. Para o conhecimento desta matéria prima foi realizada a caracterização em detalhe de uma frente de lavra em atividade. A exploração é realizada em terrenos sedimentares da Formação Rio do Rasto (Permiano Superior na Bacia do Paraná que afloram como morros testemunho. Foram coletadas quatorze amostras representativas dos níveis desta mina composta de argilitos com intercalação de siltitos de pequena espessura. As amostras foram analisadas por difratometria de raios X pelo método do pó na rocha total e na fração In the southeastern part of Santa Catarina state, Brazil, many mines of clays used as raw material for the ceramic industry are found. A detail study of this material was developed in a mine in activity. The exploitation of clays is held in sedimentary rocks of Rio do Rasto Formation (Upper Permian in the Paraná Basin. The outcrops are in hills testimonies. Fourteen samples were collected and represent the levels of this mine which consisted of argillites with intercalation of slim siltite layer. These samples were analyzed by X-ray diffraction using the powder method and in the fraction < 4 µm. The chemical composition was determined by X-ray fluorescence spectrometer. Petrographic observations in thin section were also performed. Scanning electron microscope images was obtained in samples fragments by secondary electron method. Electron microprobe microanalysis was performed in one thin section. The results showed large vertical variation in the mineralogy and it has been identified three different levels. Up to 2.00 m there is a predominance of smectite. Between 5.50 m 2.00 m the smectite is the main clay mineral, but with significant amounts of illite/mica and above 5.50 m occurs large increase in K-feldspar and detrital mica. Studies in detail by X-ray diffraction (determination of the b

  3. Modelagem da Lagoa da Pampulha: uma ferramenta para avaliar o impacto da bacia hidrográfica na dinâmica do fitoplâncton

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Talita Fernanda das Graças Silva

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO No processo de urbanização, o aumento na proporção de superfícies impermeabilizadas e as mudanças no uso do solo são responsáveis por maiores volumes e velocidades do escoamento superficial, refletindo em uma maior capacidade de arraste e em um maior aporte de nutrientes nos corpos d'água receptores. O objetivo deste trabalho foi implementar uma ferramenta matemática capaz de reproduzir o impacto de mudanças na bacia hidrográfica sobre a dinâmica do fitoplâncton em um lago urbano. Neste artigo são apresentados o desenvolvimento e os resultados de um modelo integrado constituído de um modelo hidrológico, para simular vazões escoadas em uma bacia hidrográfica, e de um modelo hidrodinâmico e ecológico, para simular a biomassa fitoplanctônica em um corpo d'água urbano. A Lagoa da Pampulha (Belo Horizonte, Minas Gerais, escolhida como estudo de caso, foi intensamente monitorada, assim como sua bacia de drenagem, entre outubro de 2011 e junho de 2013. Os dados obtidos foram utilizados para calibrar e validar ambos os modelos. Os resultados obtidos com o modelo hidrológico mostraram-se coerentes com as medidas realizadas em campo (o coeficiente de Nash variou entre 0,70 e 0,88. O modelo da lagoa representou corretamente a evolução da comunidade fitoplanctônica (erro médio absoluto normalizado: 0,25-0,42 e o coeficiente de Pearson: 0,82-0,89; p<0,0001. O monitoramento e a modelagem da lagoa mostraram que a proliferação de cianobactérias é bastante perturbada pelas desestratificações térmicas que ocorrem na lagoa em virtude de eventos meteorológicos. A ferramenta de simulação desenvolvida possui potencial para avaliar diferentes cenários de mudança das condições climáticas e das características da bacia, podendo auxiliar na gestão dos corpos d'água situados em meio urbano.

  4. Modelagem da qualidade da água do rio Poti em Teresina (PI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Alves de Oliveira Filho

    2017-07-01

    Full Text Available RESUMO O crescimento desordenado da capital piauiense - marcado, sobretudo, pela ocupação habitacional às margens do rio Poti e pela existência de ligações clandestinas de esgoto bruto nas tubulações de drenagem pluvial - tem contribuído significativamente para a poluição das águas da bacia hidrográfica do rio Parnaíba (região semiárida do Brasil. A presente pesquisa tem como objetivo realizar a modelagem matemática da qualidade da água em um trecho de 36,8 km de extensão do rio Poti, com base na plataforma QUAL-UFMG. A pesquisa apresenta-se como o primeiro estudo envolvendo modelagem da qualidade da água no referido rio. Os componentes modelados foram: oxigênio dissolvido (OD, demanda bioquímica de oxigênio (DBO e coliformes termotolerantes (CT. Os resultados das medições de campo indicaram desconformidades do parâmetro CT com relação à Resolução CONAMA nº 357/2005. A calibração dos coeficientes de decaimento para cada parâmetro resultou em desvios médios entre dados medidos e modelados de até 20% e coeficientes de eficiência de Nash-Sutcliffe superiores a 0,75, o que indica que o QUAL-UFMG pode ser utilizado como base para predição da qualidade da água em rios localizados em regiões semiáridas. O modelo calibrado também foi comparado aos dados de campo obtidos na literatura. Finalmente, foram realizadas simulações do modelo para diferentes cenários de vazão (mínimas e máximas, apresentando resultados coerentes e que podem ser utilizados para a gestão dos recursos hídricos do estado do Piauí.

  5. Composição e configuração da paisagem da sub-bacia do arroio jacaré, Vale do Taquari, RS, com ênfase nas áreas de florestas Landscape composition and configuration of jacaré stream sub-basin, Taquari Valley, RS, with emphasis on the forest areas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Cemin

    2009-08-01

    Full Text Available A conversão de áreas com cobertura florestal contínua por fragmentos florestais vem contribuindo para a diminuição da diversidade biológica, em função da perda de micro-habitats únicos, mudanças nos padrões de dispersão e migração, isolamento de habitats e erosão do solo. A solução desses problemas está intimamente vinculada ao planejamento e manutenção de bacias hidrográficas. A sub-bacia do Arroio Jacaré, localizada no Vale do Taquari, RS, compreende uma área de 538,98 km², onde estão parcial ou totalmente inseridos nove municípios. Essa bacia se encontra em uma região de ecótono entre as formações vegetais do tipo Floresta Estacional Decidual (FED e Floresta Ombrófila Mista - Mata de Araucária (FOM. Foram elaboradas e analisadas informações relacionadas às características estruturais das classes de mata na região (FED, FOM e vegetação secundária, utilizando-se imagem do satélite Landsat 7 ETM+, referente à passagem 04/02/2002 e software de Sistemas de Informações Geográficas (SIG Idrisi, 3.2, software de Ecologia de Paisagem Fragstats 3.3. Os resultados indicaram que a região apresenta aproximadamente 50% de suas matas nativas conservadas ou em estágio de regeneração, porém de forma altamente fragmentada, com 87,82% dos fragmentos menores que 1 ha. Considerando um efeito de borda de 50 m, em torno de 40% dos fragmentos ainda apresentam área nuclear.The conversion of continuous forest coverage areas into forest fragments has contributed to the decrease of the biological diversity due to the micro-habitat loss, changes in dispersion and migration patterns, habitats' isolation and soil erosion. The solution for those problems is intimately linked to the planning and maintenance of hydrographic basins. Jacaré's stream sub-basin is located in Taquari Valley, RS, with an area of 538,98 km², where nine municipal districts are partially or totally inserted. This basin is in an ecotone area among

  6. Mecanismo de ação dos anestésicos inalatórios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Ângelo Saraiva

    2002-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Estudos clínicos e experimentais têm sido desenvolvidos para identificar os locais onde os anestésicos (inalatórios atuam e para determinar quais as alterações funcionais que esses fármacos produzem nas estruturas do sistema nervoso central determinantes do estado de anestesia que é observado clinicamente. O objetivo deste trabalho é descrever os resultados obtidos por vários autores em estudos clínicos e experimentais realizados recentemente na tentativa de esclarecer os mecanismos de ação dos anestésicos inalatórios no sistema nervoso central. CONTEÚDO: Para facilitar a compreensão dos complexos mecanismos de ação dos anestésicos inalatórios no sistema nervoso central, eles foram divididos em três níveis: o macroscópico, o microscópico e o molecular. Recentemente um grupo de autores descreveram estes mecanismos de ação em: orgânicos, celulares, e inibidores da entropia. Estes mecanismos tentariam explicar o estado de anestesia que teria como característica a capacidade de prover ao paciente duas ações principais: 1 imobilidade, inibição da resposta a estímulos nociceptivos; e 2 amnésia. Outros efeitos (desejáveis também são obtidos pela administração de anestésicos: analgesia e hipnose. Entretanto, tais efeitos seja isoladamente ou juntos, não definem o estado de anestesia. Embasados nestes conceitos, este grupo adota e divulga a classificação dos anestésicos em: 1 anestésicos completos, os que produzem imobilidade e amnésia; e 2 incompletos ou não imobilizantes, os que não produzem imobilidade mas produzem amnésia. CONCLUSÕES: De acordo com os resultados de vários estudos realizados recentemente, provavelmente a amnésia e a inconsciência ocorrem pela ação do anestésico predominantemente no cérebro, enquanto a imobilidade, ou seja, a inibição da resposta ao estímulo nociceptivo por movimento, seria pela ação do anestésico preferencialmente e inicialmente

  7. A influência da marca Coca Cola na atratividade e manutenção dos funcionários em uma afiliada no Rio Grande Do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Cavalheiro Lima

    2014-01-01

    Full Text Available O estudo analisou a influência da marca Coca-Cola na atratividade e manutenção de funcionários em uma empresa afiliada de uma franqueada da The Coca-Cola Company, denominada CVI Refrigerantes Ltda., identificando o nível de conhecimento prévio dos colaboradores da empresa sobre a mesma, verificando os atributos relacionados à marca na visão destes e diagnosticando fatores considerados decisivos no momento da escolha da empresa como empregadora. Foi realizada análise documental e de entrevistas  semiestruturadas com funcionários. Constata-se que a imagem e o nome da marca Coca-Cola constituem, para os funcionários, fortes atrativos, além dos benefícios e oportunidades de crescimento oferecidos.

  8. ANTROPOGÊNESE E MORFOGÊNESE SOB A AÇÃO DE EVENTOS CLIMÁTICOS DE ALTA MAGNITUDE NO SEMIÁRIDO PERNAMBUCANO: O CASO DA BACIA DO RIACHO SALGADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos de Barros Corrêa

    2012-01-01

    Full Text Available Uma proposta de análise em escala de detalhe da morfologia de um sistema de drenagem intermitente e seus depósitos como resposta a um evento climático de alta magnitude, modulado pelas formas de uso da terra, foi aplicada a uma bacia semiárida do Nordeste do Brasil. A pesquisa teve por base o levantamento detalhado em campo das feições fluviais, associada ao tratamento digital dos dados espaciais e climáticos em gabinete, que permitiram a compartimentação do canal em três setores: confinado, semiconfinado e não confinado, os quais revelaram uma conexão estreita entre a relação do plaino aluvial e suas margens confinantes com o tipo de processo funcional desencadeado a partir do último input climático de máxima energia, catalisado pelos padrões vigentes de uso da terra. Os resultados apontaram que na escala da bacia estudada todos os barramentos fluviais foram rompidos e novos patamares de equilíbrio entre formas erosivas e deposicionais encontram-se em ajuste, passados mais de quatro anos do evento desencadeador de magnitude regional. A análise climática permitiu constatar que a circunscrição espacial dos aportes climáticos, no contexto semiárido estudado, não permite definir modelos robustos para a previsão de cenários sinóticos em outros contextos fluviais acometidos pelo mesmo tipo de perturbação atmosférica, ainda que as respostas morfológicas encontradas devam ser bastante semelhantes.

  9. A relação entre a satisfação dos funcionários e a satisfação dos clientes: estudo nas empresas de software do município de Belo Horizonte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Alverni Nannetti

    2015-03-01

    Full Text Available A indústria de software tem apresentado crescimento vigoroso nos últimos anos, não só em termos mundiais, como também no Brasil. O segmento é composto basicamente por empresas de pequeno porte, com utilização intensiva de mão de obra especializada. No entanto, estudos indicam que o setor pouco se preocupa com a qualificação de funcionários, talvez porque, normalmente, a demanda supere a oferta, o que relega a um plano secundário as preocupações com a gestão de pessoas, ficando as atenções voltadas para o desenvolvimento e a formatação do serviço propriamente dito. Segundo os modelos teóricos, a participação dos funcionários é de vital importância para o fornecimento de um serviço de qualidade, podendo acarretar a satisfação dos clientes, sua lealdade e, consequentemente, incrementar a rentabilidade da organização. A satisfação dos funcionários pode ser alcançada pela introdução de práticas adequadas de gerenciamento de recursos humanos, incluindo boa comunicação, treinamento e desenvolvimento, trabalho em equipe, incentivo à participação e poder de decisão. Diversos modelos foram propostos para avaliar a satisfação dos clientes, a qual é fruto da qualidade percebida do serviço, de suas expectativas e do valor percebido, de acordo com um dos modelos em questão. Alguns estudos relatam a existência de relação positiva e significativa entre satisfação de clientes e de funcionários. Nesse contexto, procurou-se avaliar qual o impacto da satisfação dos funcionários diretamente sobre a satisfação dos clientes, com base em um modelo teórico que integrasse práticas de Recursos Humanos e antecedentes da satisfação dos clientes. Por meio de pesquisa quantitativa, foram entrevistados clientes e funcionários de 50 empresas da indústria de software de Belo Horizonte (Minas Gerais, Brasil, totalizando uma amostra válida de 147 respondentes para cada grupo. Os dados foram avaliados com o recurso

  10. MACROALGAS E QUALIDADE DA ÁGUA NA BACIA DO ALTO RIO NEGRO - MUNICÍPIO DE SÃO GABRIEL DA CACHOEIRA (AM.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Domitila Pascoaloto

    2011-01-01

    Full Text Available Foram investigadas as comunidades de macroalgas do rio Negro, no município de São Gabriel da Cachoeira. Em setembro/2007 foram visitados cinco sítios amostrais, próximos à sede da cidade; em Março/2008 foram investigados oito sítios amostrais, entre a comunidade Amium (hemisfério norte e a sede da cidade (hemisfério sul; em agosto de 2008 foram investigadas as comunidades de macroalgas e a qualidade da água do rio Negro e onze afluentes, entre os rios Içana (hemisfério norte e Marie, no hemisfério sul; em abril/2009 foram coletadas macroalgas e água no rio Negro e em igarapés de água com tonalidade vermelha, na sede da cidade; em maio/2009 foram feitas coletas de água no rio Negro entre a comunidade de Cucuí, onde o rio Negro entra no Brasil e a sede do município. As águas dos locais apresentaram características típicas de rio de “água preta”: pH ácido ( 6,0 mgO2/L. As entidades ecológicas de macroalgas observadas pertenceram aos gêneros Batrachospermum Roth (Batrachospermaceae, Rhodophyta; Microspora Thuret (Microsporaceae, Chorophyta, Oedogonium Link ex Hirn (Oedogoniaceae, Chorophyta; Oscillatoria Vaucher ex Gomont (Oscillatoriaceae, Cyanophyta; Phormidium Kützing ex Gomont (Phormidiaceae, Cyanophyta; Spirogyra Link (Zygnemaceae, Chlorophyta; Tabellaria Ehrenberge ex Kützing (Fragilariophyceae, Bacillariophyta. Na sede da cidade, a macroalga mais freqüente (50% dos registros foi Spirogyra spp.. Foram encontradas macroalgas com hábitos eplilíticos e efíticos Gametófitos de Batrachospermum spp. foram observados em três sítios amostrais (em troncos ou rochas em setembro/2007, período de águas mais baixas, porém não foram encontradas macroalgas nesses locais em março/2008, quando o rio estava mais cheio. No entanto, em agosto de 2008, quando o rio também estava em período de águas altas, foram observados, em fragmentos rochosos na orla da sede do município, filamentos férteis de Batrachospermum sp

  11. Tectônica transcorrente mesozoica-cenozoica na Borda Leste da Bacia do Paraná, Estado de Santa Catarina

    OpenAIRE

    Patricia Duringer Jacques

    2013-01-01

    O presente estudo teve como objetivo principal avaliar as estruturas rúpteis da borda leste da Bacia do Paraná em Santa Catarina, a partir do estudo dos lineamentos estruturais que afetaram as rochas do embasamento, da sucessão ondwânica, das vulcânicas da Formação Serra Geral e das alcalinas associadas ao Domo de Lages e ao Complexo Carbonatítico de Anitápolis. Para atingir estes objetivos, foram efetuados levantamentos de campo de análise estrutural dos lineamentos, integração do arca...

  12. Uma investigação dos sentidos de um phrasal verb por meio dos corpora e dicionários on-line

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emiliana Fernandes Bonalumi

    2014-06-01

    Full Text Available Nesta pesquisa analisamos o uso do phrasal verbs throw up encontrado em dois corpora on-line originalmente escritos em língua inglesa, a saber: British National Corpus (BNC e Corpus of Contemporary American English (COCA, bem como no livro didático adotado em sala de aula New English File Upper-Intermediate, com o suporte dos dicionários on-line Cambridge Online Dictionary e Macmillan Dictionary. Objetivamos identificar, classificar e generalizar o uso e significados do phrasal verb selecionado para a análise nos respectivos corpora on-line em relação ao seu uso e significado no livro didático anteriormente mencionado. Por meio dos corpora e dicionários on-line, o aluno expandirá seu conhecimento acerca do uso e significados de um determinado phrasal verb, como o analisado nesta investigação. Palavras-chave: linguística de corpus; ensino movido por dados; phrasal verbs.

  13. O referencial teórico na construção dos questionários contextuais do Saeb 2001

    OpenAIRE

    Franco, Creso; Fernandes, Cristiano; Soares, José Francisco; Beltrão, Kaizô; Barbosa, Maria Eugênia; Alves, Maria Teresa Gonzaga

    2003-01-01

    Descreve-se o referencial teórico que baseou a definição dos questionários contextuais do Saeb 2001. Explicita-se a literatura considerada particularmente relevante, especificam-se os construtos privilegiados e mapeia-se o modo pelo qual os construtos privilegiados se relacionam com os itens dos questionários. Justifica-se a relevância da existência de referencial teórico tanto sob o ponto de vista da qualidade das medidas do Saeb 2001 quanto das possibilidades que se abrem para o contínuo ap...

  14. Programa de Pós-Graduação em Geografia - Dissertações Defendidas 1999 - Mestrado - Instituto de Geociências - Universidade Federal do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    1999-01-01

    bacia correlacionando os seus fatores físicos, bem como, proceder-se a avaliação ambiental, correlacionado-se os fatores físicos aos de ordem sócio-econômica e o uso do solo. A identificação de 48 unidades ambientais, a partir da correlação das variáveis pedologia, geomorfologia e declividade, possibilitou caracterizar e identificar o uso atual e recomendado, considerando-se os seus fatores físicos, pluviosidade e vocação ocupacional da região, ditada pela expansão urbana e necessidade de novos espaços. Nome: Denise Amaral dos Santos Orientador: Josilda Rodrigues da Silva de Moura Título: Avaliação da Suscetibilidade À Erosão Superficial Hídrica dos Solos no Município de Paty do Alferes (RJ 123 Anuário do Instituto de Geociências - UFRJ Volume 22 / 1999 Resumo: Localizado na vertente continental da Serra do Mar, o município de Paty do Alferes (RJ apresenta um relevo acidentado, que aliado às propriedades físicas das coberturas pedagógicas e ao manejo inadequado dos solos vem sofrendo um intenso quadro de degradação ambiental. As práticas agrícolas utilizadas no cultivo de olerícolas, atividade predominante no município, têm provocado a aceleração dos processos erosivos, resultando no assoreamento de rios e reservatórios de água, como também na ocorrência de enchentes, perda de áreas agricultáveis e, no comprometimento de mananciais de água. Deste modo, o presente estudo visa fornecer subsídios para o planejamento agrícola e o melhor aproveitamento dos solos através da identificação das coberturas pedagógicas de maior suscetibilidade à erosão superficial hídrica, avaliando as relações entre formas de relevo, propriedades físicas dessas coberturas e uso do solo no desencadeamento dos processos erosivos superficiais. As análises das propriedades físicas das coberturas pedagógicas (textura, grau de floculação das argilas, estabilidade dos agregados, densidade do solo e porosidade total e matéria org

  15. Usos da terra e Áreas de Preservação Permanente (APP na Bacia do Rio da Prata, Castelo-ES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Melo Coutinho

    Full Text Available Este trabalho avaliou o uso da terra e identificou Áreas de Preservação Permanente (APPs na Bacia Hidrográfica do Rio da Prata (BRP, município de Castelo-ES, via técnicas de geoprocessamento. A BRP é marcada pela supressão de vegetação nativa, para expansão da fronteira agropecuária. As classes de uso da terra foram vetorizadas por fotointerpretação de aerofotos ortorretificadas. A delimitação das APPs foi realizada a partir de dados de hidrografia e altimetria de cartas topográficas digitais, com respeito às determinações do Código Florestal Brasileiro. A principal forma de uso da terra é a agropecuária (60,84% da área total, composta pela agricultura (30,21% e pela pecuária (30,63%, sendo que a área preservada com floresta nativa é de 36,85%. As APPs representam 55,48% da área total e sua maior parte (50,40% é utilizada para fins socioeconômicos, enquanto a cobertura florestal representa apenas 49,60%.

  16. Produção Offshore na Bacia de Campos (RJ: a perspectiva da Psicologia do Trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre de Carvalho Castro

    2013-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é examinar a dinâmica psicológica dos trabalhadores offshore da Bacia de Campos (RJ. A técnica de grupo focal, enquanto metodologia de base qualitativa, foi utilizada para explorar opiniões, percepções, conceitos, atitudes e valores dos petroleiros. Seis grupos focais consistiram no procedimento metodológico por meio do qual foram colhidas informações sobre as condições de trabalho embarcado. RESULTADOS: A análise do processo de trabalho em plataformas marítimas, com sua variabilidade e dificuldade, segundo a perspectiva da Psicologia do Trabalho, evidenciou que o tempo de trabalho, a vida e os ganhos dos trabalhadores são ambíguos, assimétricos e dissociados.

  17. A qualidade da Atenção Primária à Saúde na Rocinha – Rio de Janeiro, Brasil, na perspectiva dos cuidadores de crianças e dos usuários adultos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Felipe Pinto

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é avaliar a extensão dos atributos da APS, desde a experiência dos usuários, tanto adultos quanto cuidadores de crianças, comparando a área atendida pelas unidades de saúde do bairro da Rocinha com as demais áreas do distrito sanitário 2.1, no município do Rio de Janeiro. O instrumento de medida utilizado para avaliar a qualidade dos serviços prestados foi o Primary Care Assement Tool. Foi realizado estudo transversal, com amostras aleatórias independentes, com 802 entrevistados. Os resultados apontam melhor desempenho para o cuidado das crianças, quando comparado aos adultos. Os atributos “acesso” e “integralidade – serviços disponíveis” foram aqueles que tiveram os piores desempenhos, provavelmente devido a grande migração externa e interna existente dentro da própria Rocinha. Para melhoria desses atributos, recomendamos a adoção de uma lista única de moradores por ESF, com um número máximo de pessoas, contemplando além da delimitação territorial, a mobilidade interna das pessoas. Destacamos também a importância do fortalecimento do Programa de Residência em Medicina de Família e Comunidade, que desde 2012 forma especialistas, com apoio de preceptores, e viabiliza a ampliação da oferta da carteira de serviços de APS.

  18. Metrópole de Risco : o caso da Vila Dique e do aterro sanitário da zona norte na poluição das águas superficiais e subterrâneas das bacias hidrográficas do Arroio da Areia e Passo das Pedras/Porto Alegre-RS

    OpenAIRE

    Adriano Lima Troleis

    2009-01-01

    O presente estudo investigou a influência da vila Dique o do Aterro Sanitário da Zona Norte, na qualidade das águas superficiais e subterrâneas, das bacias hidrográficas do arroio da Areia e Passo das Pedras, no município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. A metodologia deste estudo envolveu duas estratégias de abordagem: teórico-conceitual e operacional. A teórica orientou-se pelos eixos de abordagem: qualidade das águas; processo de urbanização mundial, brasileiro e da cidade de Po...

  19. Utilização do Sig na Delimitação das Áreas de Preservação Permanente (APP’s) na Bacia do Rio Sagrado (Morretes/PR) / Use of Gis in the Delimitation of Mandatory Preservation Areas in the Hydrographic Basin of Sagrado River (Morretes/PR)

    OpenAIRE

    Alexei Nowatzki; Leonardo José Cordeiro Santos; Eduardo Vedor de Paula

    2010-01-01

    O presente trabalho se enquadra no Programa CAD (Contaminantes, Assoreamento e Dragagem) no Estuário de Paranaguá/PR, tendo por objetivo a utilização do SIG (Sistema de Informações Geográficas) para a delimitação das Áreas de Preservação Permanente (APP's), na bacia hidrográfica do Rio Sagrado (Morretes/PR). Como etapa preliminar efetuou-se o estudo da legislação brasileira vigente (Código Florestal e resoluções CONAMA) no que se refere à delimitação das APP's. Em seguida, por meio do softwar...

  20. Amplitude e velocidade dos movimentos mastigatórios em pacientes com doença de Parkinson

    OpenAIRE

    Albuquerque,Lucas Carvalho Aragão; Silva,Hilton Justino da; Pernambuco,Leandro Araújo; Lima,Sandro Junior Henrique de; Cunha,Daniele Andrade da

    2017-01-01

    RESUMO Objetivo: caracterizar a amplitude e a velocidade dos ciclos mastigatórios avaliados por eletrognatografia em um grupo de indivíduos idosos e confrontar esses dados com outros dois grupos de sujeitos com doença de Parkinson (DP) diferenciados pela característica motora predominante. Métodos: os 42 participantes foram divididos em três grupos: A com 15 voluntários e média de idade de 62 anos, sendo 8 do sexo feminino; B com 14 voluntários Parkinsonianos com rigidez predominante e mé...

  1. ANÁLISE HISTÓRICA DAS TRANSFORMAÇÕES DA FLORESTA AMAZÔNICA EM ÁREAS AGRÍCOLAS NA BACIA DO RIO SUIA-MIÇU. - Historical Changes of the Amazonian Forest into Agricultural Lands in the Suia-Miçu River Basin.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Roberto Formaggio

    2008-06-01

    Full Text Available Mudanças no uso e cobertura da terra, como as ocorridas nas áreas de expansão agrícola na AmazôniaLegal, geram uma série de impactos sociais, econômicos e ambientais. O entendimento destes processospode permitir um melhor planejamento de políticas públicas a fim de monitorar e mapear áreas maissuscetíveis a problemas ambientais. Sendo assim, este trabalho teve como objetivo analisar a dinâmicade ocupação da Bacia do Rio Suiá-Miçu, um dos afluentes do Rio Xingu localizado ao norte do estadodo Mato Grosso. Os mapas de uso e cobertura da terra para cada um dos períodos analisados (1973,1984 e 2005 foram confeccionados com o auxílio de imagens dos sensores MSS/Landsat-1, TM/Landsat-5 e do sensor MODIS/Terra. Os resultados mostraram que até 1984, 13% da vegetação natural dabacia havia sido desflorestada, enquanto que em 2005 as atividades agrícolas já ocupavam 40% daárea de estudo. Desta forma, tendo em vista as mudanças na paisagem observadas ao longo das últimasdécadas, torna-se notória a necessidade urgente de estudos mais aprofundados visando a avaliaçãodos impactos ambientais, bem como a preservação dos recursos naturais na regiãoLand use and land cover changes, as seen in the agricultural expansion areas in the Brazilian LegalAmazon, have as consequence several social, economic and environmental impacts. The understandingof these processes allows a better planning of public policies in order to monitor and map areas moresusceptible to environmental problems. Hence, this work had as objective to analyze the land use/landcover changes dynamics in the Suiá-Miçu River Basin, located in the north part of Mato Grosso state,Brazil. The land use/land cover maps for each of the analyzed periods (1973, 1984 and 2005 weremade using images from the MSS/Landsat-1, TM/Landsat-5 and the MODIS/Terra sensors. The resultsshowed that until 1984, 13% of the natural vegetation of the watershed was deforested, while in 2005the

  2. Sistemas de informação em bibliotecas: o comportamento dos usuários e bibliotecários frente às novas tecnologias de informação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Maria Silva

    2008-02-01

    Full Text Available A Tecnologia da Informação influencia o trabalho intelectual e de pesquisa nas várias áreas do conhecimento. Nas bibliotecas a tecnologia é utilizada através dos Sistemas de Informação para armazenar, manipular, filtrar e gerar informação de forma rápida e eficaz. O presente trabalho pretende colaborar para o aprofundamento do conhecimento sobre algumas questões fundamentais no uso de Sistemas de Informação em bibliotecas. Busca compreender e identificar melhor os determinantes e barreiras de usabilidade, que leva a não interação usuário/sistema. O estudo foi conduzido a partir de um levantamento bibliográfico, comparando conceituações de pesquisadores da área, numa abordagem crítica. Como resultado destacamos que a biblioteca poderá ter seu espaço ampliado pela capacitação dos bibliotecários e usuários no manuseio dos Sistemas de Informação.O dinamismo do profissional bibliotecário seja como orientador no uso do Sistema de Informação, seja como executor da pesquisa, também é um minimizador das barreiras de usabilidade.

  3. Avaliação da qualidade das águas subterrâneas em áreas de preservação permanente (sistema aquífero guarani – sag, bacia hidrográfica do Rio Pardo, RS, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adilson Ben da Costa

    2010-01-01

    Full Text Available O objetivo principal deste estudo foi avaliar a qualidade das águas subterrâneas em áreas de preservação permanente (SistemaAqüífero Guarani – SAG da Bacia Hidrográfica do Rio Pardo, RS, Brasil, através de variáveis físicas, químicas emicrobiológicas, tendo como base a resolução nº 396 do Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA. Nove pontos decoleta foram distribuídos ao longo da bacia, nos quais as águas subterrâneas foram classificadas quanto aos íons de maiorocorrência quantitativa através do diagrama de Piper. Os resultados indicaram que a maioria dos poços avaliados enquadraram-sena Classe 4 de usos da água, correspondendo a águas de usos menos restritivos. Entretanto, deve-se considerar que os aquíferos seapresentam em diferentes contextos geológicos, e que possuem características físicas, químicas e biológicas intrínsecas, comvariações hidrogeoquímicas, sendo necessário que as suas classes de qualidade sejam pautadas nessas especificidades, como seobservou no diagrama de Piper, onde as amostras P1, P2, P3, P5 e P9 classificaram-se como bicarbonatadas cálcicas, as águas dospontos P4, P6, P7 como bicarbonatadas sódicas e P8 se classificou como sulfatada. Verificou-se que a qualidade das águas depoços com profundidade inferior a 6 m está mais vulnerável devido a alterações antrópicas em função da concentração de nitrato,coliformes totais e termotolerantes, enquanto que a qualidade das águas de poços mais profundos depende basicamente de suascaracterísticas hidrogeológicas e hidrogeoquímicas naturais, em função das variáveis sulfato e sódio. Contudo, tambémapresentaram contaminação por atividade antrópica, principalmente pela variável nitrato.Abstract The aim of this research was to evaluate thequality of groundwater in areas of permanent preservation(Guarani Aquifer System – GAS in the Rio PardoHydrographical Basin, RS, Brazil, using physical, chemicaland

  4. Coleta de dados a partir de imagens: considerações sobre a privacidade dos usuários em redes sociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabrício Silva Assumpção

    2015-08-01

    Full Text Available Considerando a privacidade dos dados dos usuários nas redes sociais, o papel das imagens nas redes sociais e as imagens como fontes de dados, objetiva-se identificar como a coleta de dados a partir de imagens é tratada no Facebook e no Instagram. Para isso, são identificados os principais métodos utilizados para a coleta de dados a partir de imagens no Facebook e no Instagram, as menções à coleta de dados a partir das imagens nas políticas dessas redes sociais, e as opções dos usuários para a configuração desta coleta. Conclui-se que as políticas dessas redes sociais se mostram vagas em diversos momentos no que diz respeito à coleta de dados a partir de imagens, sem especificar quais dados são coletados e listando itens apenas com caráter exemplificativo. Essas conclusões ressaltam a necessidade de conscientização dos usuários de redes sociais acerca de sua privacidade durante a coleta de dados.

  5. A AÇÃO DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE E O TRABALHO VIVO EM ATO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Piccinini

    Full Text Available Este artigo analisa a singularidade da ação dos agentes comunitários de saúde em sua circulação pelo território, no município de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Considerou-se que os encontros entre agentes e território extrapolam as prescrições e expectativas das políticas de saúde. Problematizou-se a produção de uma imagem idealizada dos agentes, no qual são vistos como a 'mola propulsora' das transformações esperadas da Atenção Básica. Ao se analisar a complexidade das demandas presentes em seu cotidiano de trabalho, destacou-se a multiplicidade de estratégias de cuidado produzidas pelos agentes comunitários. A singularidade de cada território, das equipes de saúde e da gestão, entre outras numerosas variabilidades, pressiona os agentes e os demais trabalhadores das equipes da Estratégia Saúde da Família a encarar uma realidade bastante distinta do que se supõe. Destacou-se, portanto, a importância de se produzir uma posição crítica e reflexiva, colocando em questão os limites e possibilidades dessa prática, a fim de potencializar as estratégias de cuidado ali existentes.

  6. ANÁLISE DOS RECURSOS MULTIMODAIS EM TEXTO PUBLICITÁRIO IMPRESSO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lisane Schafer Segatto

    2013-06-01

    Full Text Available Tão complexo quanto o texto verbal, o texto visual também possui estruturas e funções específicas que requerem o letramento. Nos meios de comunicação, o predomínio da linguagem visual destaca a importância da compreensão dos aspectos multimodais dos gêneros midiáticos. O objetivo deste trabalho é analisar os recursos multimodais presentes em um anúncio publicitário impresso. Para esse propósito, foi selecionado um anúncio de Gatorade publicado na revista Boa Forma, cujos significados são descritos para cada elemento visual que compõe o texto com base na Gramática Visual de Kress e van Leeuwen (1996. Os resultados apontam que as escolhas feitas na composição do texto tendem a evidenciar o produto anunciado e a facilitar a interação com o leitor. Assim, a análise demonstra que cada aspecto coopera na construção dos sentidos no texto multimodal, reconhecimento que pode favorecer a compreensão e a produção de mensagens de maneira mais cuidadosa.

  7. Processo dialógico entre bibliotecários e usuários: reflexão em torno da utilização dos dispositivos de comunicação da web social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel do Rosário Santos

    2016-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2015v21n45p115 A utilização dos dispositivos de comunicação da web social pelas bibliotecas universitárias públicas brasileiras, como um recurso que pode potencializar a mediação da informação por meio da interação entre usuários e bibliotecários é o tema deste trabalho, que teve por objetivo identificar e analisar como as bibliotecas das universidades federais e estaduais têm explorado os recursos de comunicação nos websites para ampliar suas ações voltadas à mediação para o acesso e uso da informação. A técnica da observação direta e intensiva dos websites foi adotada para análise do uso dos dispositivos de comunicação da web social e se o mesmo tem ampliado a mediação realizada pelas bibliotecas centrais e/ou sistemas de bibliotecas das IES Estaduais e IFES para o acesso e uso da informação. Constatou-se neste trabalho que, ainda são poucos os casos de bibliotecas que, além de disponibilizarem conteúdos relevantes para auxiliar os usuários no acesso e uso da informação, bem como conteúdos sobre a biblioteca, também vêm explorando os dispositivos para favorecer a participação ativa dos usuários na troca de informações, debates, comentários e manifestação de sugestões. Assim, concluiu-se que, embora em menor quantidade e ainda necessitando de maior planejamento nas ações, há uma parcela das bibliotecas centrais e/ou sistemas de bibliotecas das IES Estaduais e das IFES analisadas que têm procurado avançar no modo de aproximação e de relacionamento com os usuários, como também vêm apresentando uma nova conduta de comunicação por parte dos bibliotecários que se mostraram mais acolhedores e amigáveis na interlocução com os usuários por meio dos dispositivos de comunicação da web social.

  8. AVALIAÇÃO DA SUSCETIBILIDADE À RUTURA E PROPAGAÇÃO DE FLUXOS DE DETRITOS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO ZÊZERE (SERRA DA ESTRELA, PORTUGAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Melo

    2017-03-01

    Full Text Available Na avaliação da suscetibilidade a movimentos de vertente, a cartografia produzida deverá integrar não só as áreas de iniciação do movimento, como também aquelas potencialmente atingidas pelo material mobilizado. Este objetivo é alcançado através da separação da análise da suscetibilidade em duas componentes distintas: (i a primeira componente, que é também a mais explorada na literatura, corresponde à modelação das áreas de iniciação do movimento; (ii a segunda componente refere-se à modelação das respetivas áreas de propagação, utilizando, como input, os mapas com a delimitação das potenciais áreas de rutura. Neste trabalho é feita a avaliação da suscetibilidade à ocorrência de fluxos de detritos na bacia hidrográfica do rio Zêzere (Serra da Estrela, Portugal. Para a identificação das potenciais áreas de rutura recorreu-se a um método estatístico bivariado (Valor Informativo e a simulação das áreas afetadas pela passagem e deposição do material transportado foi sustentada por um algoritmo hidrológico simples (D-infinity downslope influence. A área abaixo da curva (AUC, determinada no âmbito da validação dos modelos de Valor Informativo, apresenta valores compreendidos entre 0,94 e 0,96, o que indica uma excelente capacidade preditiva. As variáveis preditivas com maior relevância na ocorrência de áreas de rutura de fluxos de detritos correspondem às áreas ardidas em 2005, declives superiores a 30°, espessura do solo inferior a 75 cm e perfil transversal côncavo. Na validação do modelo de propagação do material mobilizado, a partir das 36 áreas de rutura que constituem o inventário de movimentos, obteve-se uma taxa de verdadeiros positivos de 80,5%, o que reflete um bom desempenho do modelo.

  9. Mayfly diversity in the brazilian tropical headwaters of Serra do Cipó

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michael Goulart

    2005-11-01

    Full Text Available The objectives of this study were to evaluate spatial and seasonal distribution, assemblage structure and substrate associations of mayfly nymphs in five lotic ecosystems in the headwaters of the Doce River and São Francisco River watersheds, Brazil. Samples were taken in 24 sampling stations during rainy and dry seasons in 1998. In total, 7,066 organisms were collected, belonging to 27 genera and 6 families of Ephemeroptera. The dominant taxa were Americabaetis, Paracloeodes, Leptohyphes and Hagenulus. During the rainy period, the São Francisco River watershed showed higher taxonomic richness, diversity and evenness, while in the dry period, the taxonomic richness was higher in Doce River watershed. No significant differences were found in the taxonomic richness, diversity, evenness and density of mayfly assemblages between the two studied sampling periods. The results suggested that the diversity of the mayfly assemblages in tropical headwaters of Serra do Cipó would be probably due to ecosystem and watershed characteristics.Os objetivos foram avaliar a distribuição espaço-temporal, estrutura de assembléias e associações de ninfas de Ephemeroptera com substratos em 5 ecossistemas lóticos nas nascentes das bacias dos rios Doce e São Francisco, Brasil. As amostragens foram realizadas em 24 estações, nos períodos de chuvas e seca de 1998. No total, 7,066 organismos foram coletados, pertencentes a 27 gêneros e 6 famílias. Os taxa dominantes foram Americabaetis, Paracloeodes, Leptohyphes e Hagenulus. No período de chuvas foram observados maiores valores dos indices de riqueza taxonômica, diversidade e equitabilidade na bacia do rio São Francisco, enquanto que no período de seca, a riqueza taxonômica foi maior na bacia do rio Doce. Não foram encontradas diferenças significativas dos valores dos indices de riqueza, equitabilidade, diversidade e densidade de ninfas de Ephemeroptera entre os dois períodos estudados. Os

  10. Elementos traço na água e em vísceras de peixes da Bacia Hidrográfica Butuí-Icamaquã, Rio Grande do Sul, Brasil Trace elements in water and viscera of fish from Butuí-Icamaquã Basin, Rio Grande do Sul, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Santos Porto

    2009-12-01

    Full Text Available Metais pesados, também denominados elementos traço, podem ser essenciais ao metabolismo de organismos vivos, e, ao mesmo tempo, dependendo de suas concentrações, altamente tóxicos. Com o objetivo de investigar a toxicidade da água da Bacia dos Rios Butuí-Icamaquã, na fronteira oeste do Rio Grande do Sul, foram analisados, através de espectrofotômetro de absorção atômica, os teores de alumínio, cádmio, chumbo, cobre, cromo, manganês, níquel e zinco em vísceras abdominais de peixes, coletados, entre junho de 2007 e fevereiro de 2008, em pontos determinados nos rios Butuí, Icamaquã e Uruguai. Mostraram-se acima do nível considerado seguro para consumo humano: alumínio, cádmio, manganês e níquel e teores próximos aos limites legais foram encontrados para cobre e cromo. A análise simultânea de amostras da água coletadas nos mesmos locais acusou em espectrofotômetro de luz visível, níveis superiores aos limites legais de bromo, chumbo, cianeto, cobre, cromato, fenóis, fosfato, manganês e sulfeto. Estes elementos, em tais concentrações na água e nos peixes, podem comprometer o ecossistema ou representar riscos à saúde humana.Heavy metals, also called trace elements, may be essential to the metabolism of living organisms, and at the same time, depending on their concentrations, highly toxic. With the objective to investigate the toxicity of water of the Butuí-Icamaquã Rivers Basin on the border west of Rio Grande do Sul, were analyzed by atomic absorption spectrophotometer, the contents of aluminum, cadmium, chromium, copper, lead, manganese, nickel and zinc in abdominal viscera of fish, collected between June 2007 and February 2008, at selected points in Butuí, Icamaquã and Uruguai rivers. Aluminum, cadmium, manganese and nickel were above the levels considered safe for human consumption and levels near the legal limit were found for chrome and copper. The simultaneous analysis of water samples collected in

  11. ESTUDO RETROSPECTIVO DA BRUCELOSE BOVINA NA MICRORREGIÃO DE PAU DOS FERROS, ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Ariclenes Olinto

    2013-03-01

    Full Text Available A brucelose bovina é uma doença bacteriana causada pela Brucella abortus, como também é uma zoonose e enfermidade infecto-contagiosa de importância econômica e em saúde pública, estando presente na lista da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE, sendo de notificação obrigatória. Com o objetivo de avaliar essa enfermidade na Microrregião de Pau dos Ferros, Estado do Rio Grande do Norte, foi realizado um Estudo Retrospectivo compreendendo os municípios de Alexandria, Antonio Martins, Encanto, José da Penha, Major Sales, Marcelino Vieira, Paraná, Pilões, Riacho de Santana e Tenente Ananias. Analisando os dados dos relatórios mensais de exames realizados por médicos veterinários habilitados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, no que diz respeito ao Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Animal (PNCEBT. Foram analisados os resultados dos exames de brucelose bovina de 1077 animais de 189 propriedades, destas, quatro apresentaram animais positivos (2,12%, realizados durante o período de janeiro de 2008 a dezembro de 2009.

  12. Biomonitoramento indica poluição do Rio Guandu por compostos cancerígenos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayra Mansur Reimann

    2013-12-01

    Full Text Available O rio Guandu é responsável pelo fornecimento de água potável para mais de 10 milhões de pessoas da região metropolitana do Rio de Janeiro. Entretanto, diversos estudos têm demonstrado que esse rio apresenta elevados níveis de contaminação por substâncias que podem causar mutações e câncer. Portanto, é de extrema importância que providências sejam tomadas para melhorar a qualidade da água dessa bacia hidrográfica. O objetivo deste estudo foi avaliar o potencial do uso da enzima etoxiresorufina O-desetilase (EROD hepática de tilápias (Oreochromis niloticus como biomarcadora no monitoramento da qualidade da água do rio Guandu. A atividade da enzima foi determinada através de fluorimetria em frações microssomais e pós-mitocondriais de tilápias capturadas no rio Guandu e em dois sítios controles. Nossos resultados mostraram que a EROD hepática de tilápias capturadas no rio Guandu apresentou atividade 700% maior do que daquelas capturadas nos sítios controles. Esta elevada atividade da EROD nos fígados das tilápias do rio Guandu indica grande indução da subfamília de CYP1A. Diversos autores têm demonstrado que a indução desta isoforma de citocromo P-450 está associada à presença dos contaminantes bifenilas policloradas (PCB  e dioxinas, que apresentam atividade cancerígena. Frente a estes resultados, não recomendamos o consumo de peixes capturados no rio Guandu, e sugerimos que outras pesquisas sejam feitas para que a origem destes contaminantes ambientais seja esclarecida.   Palavras-chave: Citocromo P-450, Monitoramento, Poluição, Rio Guandu, Tilapia.

  13. Cladocerans from gut contents of fishes associated to macrophytes from Taquari River Basin, MS, Brazil Cladóceros do conteúdo estomacal de peixes associados a macrófitas da Bacia do Rio Taquari, MS, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Maria Güntzel

    2012-03-01

    Full Text Available AIM: The aim of this study was to identify the cladocerans species from the gut contents of fishes sampled in an oxbow lake from Taquari River Basin, MS, with the specific view of investigating the importance of these crustaceans in the fishes diets; METHODS: Sampling was carried out in April and August of 2005 (dry season and January of 2006 (wet season. The fish were captured with a sieve. In the laboratory, individuals were identified and stomachs were removed and weighed. The stomach contents were identified, and a Feeding Index calculated; RESULTS: The items most consumed by fishes were filamentous algae, Cladocera and detritus. The Cladocera were especially important in the August and January samples, and consisted primarily of Chydoridae; cladocerans were most consumed by species of Serrapinnus and by Mesonauta festivus. Fish fed more in April, with decreases occurring in stomach fullness on the other two sampling dates. CONCLUSIONS: Cladocerans associated with macrophytes may be an important food source for small fish individuals in marginal lakes from Taquari River Basin. The relative importance of the Chydoridae in the guts may have been due to the high relative abundance and species richness of this group in the environment. A short discussion on fish feeding habits was included in the text.OBJETIVO: Este estudo teve por objetivo identificar as espécies de cladóceros presentes no conteúdo estomacal de peixes amostrados em uma lagoa marginal da Bacia do Rio Taquari, MS, visando avaliar a importância destes crustáceos na dieta dos peixes; MÉTODOS: A amostragem foi realizada em abril e agosto de 2005 (estação seca e janeiro de 2006 (estação chuvosa. Os peixes foram capturados com um peneirão. Em laboratório, os indivíduos foram identificados até o nível de espécie e os estômagos removidos e pesados. O conteúdo estomacal foi identificado e um Índice Alimentar calculado. RESULTADOS: Os itens mais consumidos pelos peixes

  14. Ana Carolina Escosteguy: Cenários dos estudos culturais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaisa Cristina Bueno

    2015-12-01

    Full Text Available Autora do livro “Cartografia dos Estudos Culturais”, “Comunicação e recepção” (em coautoria com Nilda Jacks, “Leituras em comunicação, cultura e tecnologia”, além de coautora e organizadora em outras obras de referência sobre o tema cultura e comunicação no Brasil, Ana Carolina Escosteguy é hoje um dos nomes mais importantes quando se pensa em Estudos Culturais no país. Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (2000, com pós-doutorado no CAMRI (Communication and Media Research Institute, associado ao Department of Journalism and Mass Communication da School of Media, Art and Design da University of Westminster (UK, Ana Carolina Escosteguy é professora titular da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS e bolsista produtividade em pesquisa do CNPq, desde março 2001. Nesta entrevista ela discute pontos sensíveis da área, entre eles o pouco destaque das pesquisas desse campo têm tido no Jornalismo, o fato de a base teórica ser bem mais ampla que os tradicionais estudos de recepção a que são comumente aproximados, não se nega a tratar das confusões com a folkcomunicação, bem como as próprios limites e intersecções desse campo de estudos. Durante esta conversa, aproveita para apontar as obras que considera essenciais para adentrar na área e mostra coragem e segurança para se colocar como uma pesquisadora que busca entender o tempo atual, as tecnologias e as rupturas a partir da perspectiva do usuário. Confiram:

  15. Condições de saúde dos presos do estado do Rio de Janeiro, Brasil

    OpenAIRE

    Minayo, Maria Cecília de Souza; Ribeiro, Adalgisa Peixoto

    2016-01-01

    Resumo Apresentam-se os resultados de um estudo quantitativo e qualitativo sobre as condições de vida e saúde dos presos do estado do Rio de Janeiro. O objetivo foi produzir informações estratégicas para subsidiar a ação dos agentes públicos que atuam nos presídios. Os resultados mostram que os presos são jovens (média de 30 anos), pobres, em maioria de cor preta e parda (70,5%), têm baixa escolaridade (só 1,5% deles têm curso superior) e cumprem menos de quatro anos de pena. Dos problemas qu...

  16. Alterações climáticas e a percepção dos munícipes de Rio Claro - SP

    OpenAIRE

    Pascoalino, Aline [UNESP

    2009-01-01

    O estudo objetivou verificar a percepção dos tipos de tempo, do ritmo climático e das alterações climáticas, sistematizando-se através de duas abordagens – uma climatológica e outra da percepção. Primeiramente, avaliou-se os tipos de tempo sucedidos no município de Rio Claro – SP, em um mês de inverno e um de verão, utilizando-se da técnica de análise rítmica. Posteriormente, no intuito de apreender a percepção climática dos munícipes aplicouse oitenta formulários distribuídos de forma equiva...

  17. Perfil diferencial do administrador do Vale do Rio dos Sinos

    OpenAIRE

    Lauro Tischer

    1999-01-01

    As indústrias de calçados da região do Vale do Rio dos Sinos, sempre se destacaram no Brasil e no mundo por produtos reconhecidos internacionalmente, pela quantidade, qualidade e variedade de modelos. Com a globalização da economia e o desenvolvimento tecnológico imperante no mundo industrial, a região começou, rapidamente a ser deslocada de centro produtor de calçados para, quem sabe, centro consumidor de calçados. Quando as empresas começam a ter maus resultados, a culpa recai sempre nos “o...

  18. Spatial distribution of pollen grains and spores in surface sediments of Guanabara Bay, Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cintia F. Barreto

    2012-09-01

    Full Text Available Aiming to investigate the deposition of pollen grains and spores in Guanabara Bay, Rio de Janeiro State, 61 surface sediment samples were analyzed. The results showed that the current deposition of palynomorphs in surface sediments of Guanabara Bay represents the regional vegetation of this hydrographic basin. The differential distribution of palynomorphs followed a pattern influenced by bathymetry, tidal currents speed, discharge of numerous rivers, and by human activity. The dominance of representatives of Field Vegetation reflects the changes of the original flora caused by intense human activities in the region. The continued presence and richness of pollen types of rain forest in the samples indicates that their source area might be the vegetation from riparian border of rivers in the western sector of the Bay, where the mangrove vegetation is being preserved. The large amount of damaged palynomorphs may be related to abrasion that occurs during river transport, indicating removal or reworking from their areas of origin.Com objetivo de investigar a deposição dos grãos de pólen e esporos na Baía de Guanabara, Estado do Rio de Janeiro, 61 amostras de sedimentos superficiais foram analisadas. Os resultados mostraram que a deposição atual dos palinomorfos nos sedimentos superficiais da Baía de Guanabara representa a vegetação regional de sua bacia hidrográfica. A distribuição diferencial dos palinomorfos seguiu um padrão influenciado pela batimetria, velocidade das corretes de marés, descarga dos numerosos rios e pela atividade humana. A dominância dos taxa representantes da Vegetação Campestre reflete as mudanças da flora original causadas por intensas atividades humanas na região. A presença contínua e a grande riqueza de tipos polínicos da Floresta Ombrófila nas amostras, indica que a área fonte pode ser a vegetação das bordas dos rios do setor oeste da Baía, onde a vegetação de mangue está sendo preservada. A

  19. Prevalência e etiologia da mastite bovina na bacia leiteira de Rondon do Pará, estado do Pará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Magno C. Oliveira

    2011-02-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi pesquisar a prevalência e a etiologia da mastite bovina na bacia leiteira do município de Rondon do Pará, bem como avaliar o perfil de sensibilidade e resistência dos agentes isolados frente aos antimicrobianos. Foram avaliadas 237 vacas mestiças de aptidão leiteira, pertencentes a nove propriedades, as quais utilizavam ordenha manual uma vez ao dia e sistema de criação extensivo em pastagens de Brachiaria brizantha, com fornecimento de sal mineral e água ad libitum. Realizou-se o exame clínico da glândula mamária, o teste da caneca telada e o California Mastitis Test. Dos 935 quartos mamários avaliados, 6,6% apresentaram mastite subclínica, 1,3% mastite clínica e 92,1% foram negativos. As bactérias isoladas na mastite clínica foram Staphylococcus spp. coagulase negativo (25%, Staphylococcus aureus (16,7%, Streptococcus spp. (8,3% e Corynebacterium spp. (8,3%. Na mastite subclínica foram Staphylococcus spp. coagulase negativo (32,3%, Staphylococcus aureus (17,7%, Staphylococcus intermedius (1,6%, Streptococcus spp. (4,8%, Corynebacterium spp. (4,8% e Staphylococcus spp. coagulase negativo/S. aureus (1,6%. Não houve crescimento microbiano em 41,7% das amostras com mastite clínica e 37,1% com mastite subclínica. No antibiograma, 100% dos isolados de Staphylococcus spp. coagulase negativo, S. aureus, S. intermedius, e Streptococcus spp. foram sensíveis ao sulfazotrim. Por outro lado Corynebacterium spp. foi 100% resistente ao mesmo antimicrobiano. A cefalotina, cefoxitina e gentamicina, apresentaram eficácia frente às bactérias isoladas do gênero Staphylococcus spp., as quais neste trabalho representam a grande maioria dos agentes causadores de mastite. A mastite foi diagnosticada em todos os rebanhos pesquisados, contudo o número de animais acometidos foi considerado baixo; isso provavelmente deve-se à baixa produção de leite dos animais e a permanência do bezerro ao pé após a

  20. A noção de estrutura e os registros de informação dos sistemas documentários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Dotta Ortega

    Full Text Available Partindo da constatação de que os princípios e os métodos para construção e gestão dos sistemas documentários são dispersos e carecem de sistematização, este artigo levanta a hipótese de que a noção de estrutura, ao pressupor relações mútuas entre os seus elementos, confere maior organicidade aos sistemas e garante maior qualidade e consistência na recuperação da informação frente às questões dos usuários. Desse modo, objetiva explorar fundamentos, a partir da noção de estrutura, dos registros de informação e dos sistemas documentários. Para tanto, são apresentados conceitos básicos e questões relativas aos sistemas documentários e aos registros de informação. Posteriormente, elenca aportes teóricos sobre a noção de estrutura, tratados por Benveniste, Ferrater Mora, Hjelmslev, Lévi-Strauss, Lopes, Peñalver Simó, Saussure, além de Ducrot, Fávero e Koch, para então tratar das apropriações já realizadas pela Documentação por Paul Otlet, García Gutiérrez e Moreiro González. Conclui-se que a noção de estrutura adotada para tornar explícita uma hipótese de sistematização do real, a partir de um modelo, assegura maior organicidade aos sistemas, bem como confere referência pedagógica ao fazer documentário.

  1. SIG E REGRESSÃO LINEAR PARA AVALIAÇÃO AMBIENTAL DAS NASCENTES DO RIO SUBAÉ EM FEIRA DE SANTANA-BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elinaldo Sacramento dos Santos

    2013-08-01

    Full Text Available Na bacia hidrográfica do rio Subaé, as cabeceiras e as lagoas são destinadas a vários fins (usos urbano, agrícolae industrial, os quais podem comprometer a qualidade destes ambientes. Para avaliar a qualidade das nascentesdo rio Subaé, optou-se pelo monitoramento dos parâmetros físicos, químicos e microbiológicos realizados emquatorze pontos de observação da qualidade da água, e pelo mapeamento dos aspectos sociais e ambientaispresentes no meio. Para o alcance desse objetivo, em conjunto com a pesquisa, foi necessário também o uso detécnicas de análise espacial no ambiente SIG e a geoestatística (regressão linear. Os resultados da qualidadeda água – principalmente os teores de OD (oxigênio dissolvido e DBO (demanda bioquímica de oxigênio, ea turbidez – foram comparados aos níveis e parâmetros estabelecidos pela Resolução do Conselho Nacionalde Meio Ambiente (CONAMA nº 357/05. Esses resultados refletiram o estado ambiental de alguns pontosdas nascentes, que apresentaram parâmetros adversos aos estabelecidos pela legislação brasileira – comofoi o caso do OD e da DBO nos pontos da nascente do rio Subaé, na rua Pedro Suzart (domínio de efluentesdomésticos, e turbidez em pontos das Lagoas Subaé e Salgada. Para se identificar a influência de um dosparâmetros de qualidade de água e a variabilidade dos aspectos sociais e ambientais (correlações entre osdados de OD e as variáveis ambientais empregou-se a regressão linear. Essa análise permitiu concluir queas variáveis sociais e ambientais, altimetria, inclinação do terreno e densidade populacional são os fatoresdeterminantes nos valores de OD nos ambientes estudados.

  2. Limitações dos relatórios de sustentabilidade para análises custo-benefício de ações sociais e ambientais

    OpenAIRE

    Araújo, Aneide Oliveira; Ramos, Maria da Conceição Pereira

    2015-01-01

    Este trabalho examina a contribuição dos relatórios de sustentabilidade para a análise de custos e benefícios das ações das empresas sustentáveis. Para tanto, analisou-se o conteúdo dos Relatórios de Sustentabilidade 2011 e 2012, respectivamente, das empresas Vale do Rio Doce S.A e Portugal Telecom S.A. O estudo evidencia que ambos os relatórios demonstram o compromisso e o envolvimento dessas empresas com a responsabilidade social corporativa, a observância das instruções de elaboração do re...

  3. Amplitude e velocidade dos movimentos mastigatórios em pacientes com doença de Parkinson

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Carvalho Aragão Albuquerque

    Full Text Available RESUMO Objetivo: caracterizar a amplitude e a velocidade dos ciclos mastigatórios avaliados por eletrognatografia em um grupo de indivíduos idosos e confrontar esses dados com outros dois grupos de sujeitos com doença de Parkinson (DP diferenciados pela característica motora predominante. Métodos: os 42 participantes foram divididos em três grupos: A com 15 voluntários e média de idade de 62 anos, sendo 8 do sexo feminino; B com 14 voluntários Parkinsonianos com rigidez predominante e média etária de 58 anos, dos quais 7 eram mulheres; e o grupo C com 13 voluntários, com DP e tremor predominante, com média de idade de 64 anos, sendo 4 mulheres. Empregou-se o teste ANOVA para diferença de médias, com contraste post-hoc de Dunnett ou teste t de Student, todos em nível de significância de 0,05. Resultados: houve maiores diferenças entre as medias dos grupos A e B no numero total de ciclos mastigatórios (A= 23,13 ± 1,41 B=18,21 ± 1,70 [p=0,034] e nas amplitudes máxima de abertura de boca (A= 34,66 ± 2,04 B=26,72 ± 2,49 [p=0,018], lateralização para direita (A=7,02 ± 0,59 B=5,80 ± 0,97 [p=0,036] e para esquerda (A=6,44 ± 0,64 B=3,35 ± 0,80 [p=0,039]. Conclusão: tendo o grupo de idosos superado as medias, na movimentação mandibular durante a mastigação, do grupo de parkinsonianos com rigidez significativamente. Podemos concluir que, é provável que fatores como a rigidez parkinsoniana possam comprometer a mastigação de indivíduos com a doença de Parkinson.

  4. Planejamento ambiental da bacia hidrográfica do Córrego da Olga, UGRH Pontal do Paranapanema – São Paulo / Environmental planning of Olga Stream hydrographic basin, UGRHI Pontal do Paranapanema - Sao Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Prado Silva

    2016-12-01

    Full Text Available O Córrego da Olga é afluente da margem direita do rio Santo Anastácio, localizado no município de Presidente Prudente, na Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos Pontal do Paranapanema - Estado de São Paulo. Esta pesquisa, teve como objetivo levantar as condições ambientais na bacia hidrográfica do Córrego da Olga e assim contribuir para o planejamento ambiental destinado à sua recuperação, conservação e preservação. Para tal foram realizados levantamentos bibliográficos e levantamento das características da bacia hidrográfica, análise da água do córrego da Olga e valendo-se de técnicas de sensoriamento remoto e geoprocessamento, foram gerados mapas de uso e ocupação do solo e vulnerabilidade ambiental, com vistas a realizar uma investigação mais profunda sobre as condições ambientais da bacia, bem como inferir sobre possíveis fatores de degradação da bacia hidrográfica.

  5. O patrimônio cultural na gestão dos espaços do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Sampaio Guimarães

    2016-04-01

    Full Text Available Resumo Neste artigo, reflito sobre retóricas e práticas patrimoniais movimentadas em torno das Áreas de Proteção do Ambiente Cultural (Apacs do Rio de Janeiro. A partir de análise dos discursos de planejadores urbanos e de projetos governamentais, discuto como essa política municipal produziu tanto um forte apelo à identidade cultural e à memória afetiva dos bairros quanto a redistribuição de recursos entre diferentes regiões da cidade, gerando zonas de interesse turístico e de incentivo ou constrangimento à atuação do mercado imobiliário e tornando-se uma poderosa estratégia de gestão territorial.

  6. DENUDAÇÃO QUÍMICA E REBAIXAMENTO DO RELEVO EM BORDAS INTERPLANÁLTICAS COM SUBSTRATO GRANÍTICO: DOIS EXEMPLOS NO SE DE MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Felipe Soares Cherem

    2012-08-01

    Full Text Available Os interflúvios entre as grandes bacias hidrográficas do Brasil oriental correspondem, muitas vezes, a degraus morfológicos que dividem planaltos escalonados. Esses degraus são feições escarpadas resultantes da diferença de intensidade dos processos erosivos nas cabeceiras dessas grandes bacias. Esse artigo apresenta um estudo da denudação química em dois degraus dessas bordas interplanálticas localizadas no sudeste de Minas Gerais: (i o degrau de Cristiano Otoni (250m divisor das bacias dos rios São Francisco (terras altas ou planalto superior e Doce (terras baixas ou planalto inferior e, (ii o degrau de São Geraldo (450m que divide as bacias dos rios Doce (terras altas ou planalto superior e Paraíba do Sul (terras baixas ou planalto inferior. Para entender a dinâmica da denudação química nessas bordas escarpadas, foram monitorados o total de sólidos dissolvidos (TDS, o Eh, o pH, a vazão de 21 bacias hidrográficas distribuídas ao longo de ambas vertentes dos degraus (terras altas e frente da escarpa no final dos períodos chuvoso (abril e de estiagem (agosto em um mesmo ano hidrológico (2009. As bacias amostradas situam-se sobre o mesmo substrato litológico (granitóides. Utilizando os dados de TDS e vazão foram calculadas as taxas de denudação química (ton.ano-1.km-² e as taxas médias de rebaixamento do relevo (m.Ma-1 para as bacias amostradas. Os resultados revelaram que as águas fluviais dos degraus estudados apresentam assinaturas geoquímicas distintas: (i nas terras altas, os valores de pH são sempre ácidos (≈ 6,35 e nas escarpas, levemente básicos (≈ 7,10; (ii os valores de TDS (carga dissolvida nas terras altas (≈ 10,00 mg.L-1 são menores que os encontrados nos frente das escarpas (≈ 35,00 mg.L-1 para São Geraldo e, ≈ 18,00 mg.L-1 para Cristiano Otoni. As taxas de rebaixamento do relevo ocasionadas pela denudação química são semelhantes em ambas as terras altas (≈ 2,40 m.Ma-1. Em

  7. A QUALIDADE DOS SERVIÇOS CONTÁBEIS COMO FERRAMENTA DE GESTÃO PARA OS ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Regina Zunino Shigunov

    2003-05-01

    Full Text Available RESUMO
    Sobreviver num mercado competitivo representa o grande desafio das empresas nos dias de hoje, justificando assim corresponder às necessidades e expectativas dos clientes. O presente trabalho tem como tema a qualidade na prestação de serviços contábeis como ferramenta de gestão, procurando munir o escritório de condições que atendam às exigências dos clientes. A contabilidade deixou de ser apenas a escrituração das mutações do patrimônio, passando a ser usada como um instrumento de gestão para o planejamento, controle e tomada de decisões. A contabilidade afim de acompanhar o desenvolvimento das empresas e abertura dos mercados, passou a se preocupar com a questão da qualidade das informações, permitindo aos usuários acompanhar e avaliar a evolução das empresas através da correta aplicação das normas brasileiras de contabilidade e princípios fundamentais de contabilidade como meio para atingir estes fins. Com o advento da tecnologia da informação, permite-se que o contador ofereça excelência nos serviços prestados, pois através das informações contábeis pode fazer parte ativamente do processo decisório das empresas. Adotar a gestão pela qualidade dentro de uma organização contábil significa passar por mudanças significativas, adotar a qualidade através do programa 5 "S" e o ciclo PDCA, cria-se um ambiente de trabalho dinâmico, estimulando trabalho em equipe, motivando os funcionários, atendendo às necessidades dos clientes e tornando a empresa cada vez mais competitiva.

  8. Adolescente "infrator": Pensares e fazeres no Rio Grande do Norte dos governos militares ao ECA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmem Plácida Sousa Cavalcante

    Full Text Available Resumo O objetivo é analisar registros da imprensa escrita do Rio Grande do Norte de iniciativas do poder público e manifestações de seus representantes sobre adolescente pobre, em conflito com a lei. Sintetiza-se quadro nacional das políticas na área e foca-se realidade social e contexto institucional da capital, Natal, melhor atendida pela mídia, entre a implementação da Fundação Nacional do Bem Estar do Menor, em 1964, e a Constituição de 1988. Revela-se a mobilização de representantes dos governos, do judiciário, do ministério público e das polícias, para atender demandas sociais de contenção dos "infratores", suas ações e proposições e suas opiniões sobre o tema. Em geral, as concepções sintonizavam com as iniciativas institucionais, marcadas pela repressão e discriminação, inclusive na nomenclatura usada para designar o adolescente. Analisado com base no materialismo histórico-dialético e na psicologia histórico-cultural, o material revela sintonia do quadro local com o nacional, das condições históricas com as concepções emitidas.

  9. ASSOCIATION BETWEEN GEOMORPHIC FACTS AND FOLDING GROUNDWORK THE EVOLUTION OF A DRAINAGE NETWORK ON THE ATLANTIC MARGIN OF THE BRAZILIAN PLATEAU: THE CASE OF THE WATERSHED OF THE RIVER BENEVENTE – ES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto José Vervloet

    2013-12-01

    Full Text Available As questões geomorfológicas tratadas neste artigo se referem à parte conclusiva da pesquisa de mestrado intitulada “Condicionantes morfológicos e estruturais na dinâmica fluvial da bacia hidrográfica do Rio Benevenete – Espírito Santo” que teve como principal objetivo investigar os fatores litoestruturais, tectônicos e morfológicos que condicionam a evolução da rede de drenagem da bacia do Rio Benevente, localizada no sul do Espírito Santo. No referido artigo é apresentado como os dobramentos de fundo, estudados por Ruellan (1952, estabelecem os níveis de base local e regional de erosão, e ao mesmo tempo condiciona a evolução da rede de drenagem, responsável pela dinâmica e gênese de sub-compartimentos de relevo que estão intimamente associados à relação litoestrutura – tectônica – relevo – evolução de canais fluviais. Este artigo é uma homenagem ao pioneirismo de Ruellan, no que diz respeito a descoberta da participação dos dobramentos de fundo na interpretação de compartimentos de relevo gerados a partir da dissecação hidrográfica.

  10. Integração de modelos espaciais e temporais para predições de níveis freáticos extremos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Lilla Manzione

    2012-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar cenários de níveis freáticos extremos, em bacia hidrográfica, por meio de métodos de análise espacial de dados geográficos. Avaliou-se a dinâmica espaço‑temporal dos recursos hídricos subterrâneos em área de afloramento do Sistema Aquífero Guarani. As alturas do lençol freático foram estimadas por meio do monitoramento de níveis em 23 piezômetros e da modelagem das séries temporais disponíveis de abril de 2004 a abril de 2011. Para a geração de cenários espaciais, foram utilizadas técnicas geoestatísticas que incorporaram informações auxiliares relativas a padrões geomorfológicos da bacia, por meio de modelo digital de terreno. Esse procedimento melhorou as estimativas, em razão da alta correlação entre altura do lençol e elevação, e agregou sentido físico às predições. Os cenários apresentaram diferenças quanto aos níveis considerados extremos - muito profundos ou muito superficiais - e podem subsidiar o planejamento, o uso eficiente da água e a gestão sustentável dos recursos hídricos na bacia.

  11. A Tecnologia EGS e sua Aplicação na Exploração de Gás de Xisto no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vitor Mascarenhas Péres

    2016-12-01

    Full Text Available Na medida em que a demanda por energia se torna cada vez maior, se faz necessário explorar novas alternativas. Neste contexto, estão o gás de xisto, que revolucionou o mercado energético americano e que é extraído através do fraturamento hidráulico (fracking e a tecnologia Enhaced Geothermal System (EGS, sistemas geotérmicos que geram energia elétrica e que também utilizam o fraturamento hidráulico. Através de revisões bibliográficas e de dados de sites de notícias e artigos científicos sobre os dois temas, este artigo procurou abordar a possibilidade e a viabilidade de desenvolver os dois em conjunto no Brasil. O Brasil apresentou, assim, três áreas com potencial para desenvolver as duas tecnologias: a Bacia do Parecis, no Planalto Central, a Bacia do Paraná, na região Sul do país e a Bacia Sergipe-Alagoas, no Nordeste Setentrional. Entretanto, os impactos ambientais dos fraturamentos hidráulicos ainda tem dimensões desconhecidas, sendo possível citar sismos, contaminação de aquíferos como consequência de um possível vazamento de gás e a captação dos grandes volumes de água necessários para fraturamento do xisto. Concluiu-se, assim, que se faz necessário desenvolver mais estudos sobre a viabilidade dos desenvolvimentos das duas tecnologias nos locais sugeridos e sobre os possíveis impactos ambientais associados.

  12. A pesca e o conhecimento ecológico local dos pescadores de acará-disco (Symphysodon aequifasciatus, Pellegrin 1904: Cichlidae na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Piagaçu-Purus, baixo rio Purus, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Rossoni

    Full Text Available O acará-disco (Symphysodon aequifasciatus, Pellegrin 1904, peixe endêmico da bacia amazônica, é uma das espécies ornamentais mais conhecidas do mundo. Apesar disso, informações sobre a explotação desse animal em vida livre são quase inexistentes na literatura científica. Nesse artigo, a pesca de pequena escala do acará-disco na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Piagaçu-Purus (RDS-PP, baixo rio Purus, Amazonas, é caracterizada com base em entrevistas estruturadas e abertas com pescadores e habitantes, bem como em observações de campo. A pesca do acará-disco é sazonal, ocorrendo durante o período de seca. É realizada por pescadores locais, utilizando atratores de pesca e uma técnica de detecção e estimativa de abundância por mergulho em apneia. O armazenamento local é feito em tanques de madeira e os peixes são transportados em recipientes plásticos para distribuição nos mercados regionais por meio de barcos dos próprios pescadores, barcos de linha ou jangadas. Os peixes são vendidos para empresas exportadoras especializadas de Manaus. Neste estudo, descrevemos o conhecimento ecológico local dos pescadores de acará-disco na RDS-PP e discutimos sua importância para a gestão da pesca nessa unidade de conservação.

  13. Análise documental de fotografias jornalísticas: estudo exploratório dos elementos conotativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Juliana Prado Leite de Sousa

    2015-01-01

    Full Text Available Reflete sobre a necessidade e a possibilidade de estabelecimento de maior rigor metodológico para a análise documental do processo conotativo de fotografias, tendo como objetivo realizar um estudo exploratório dos elementos de conotação. Analisa as fotografias presentes na cobertura jornalística de pesquisa científica que realizou estudo de arqueologia forense nos restos mortais dos imperadores brasileiros publicadas nos jornais O Estado de São Paulo e Folha de São Paulo em fevereiro de 2013. Parte do levantamento inicial da presença ou ausência dos elementos trucagem, pose, objetos, estetismo, sintaxe e fotogenia apontados por Barthes (1990 como formadores da conotação em fotografias jornalísticas, para posteriormente realizar análise conceitual de uma fotografia publicada nos dois jornais. Conclui que o estabelecimento de elementos para a análise e descrição do processo conotativo de fotografias deve e pode ser aprofundado, de modo a procurar, se não substituir, minimizar uma leitura subjetiva da conotação por critérios mais uniformes.

  14. Myrtaceae na Bacia do Rio Caveiras: Características Ecológicas e Usos Não Madeireiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliano Pereira Gomes

    Full Text Available RESUMO Objetivou-se descrever o padrão florístico-estrutural, as características ecológicas e os potenciais das Myrtaceae na bacia hidrográfica do Rio Caveiras. As comunidades de Myrtaceae estudadas localizam-se no Planalto Sul Catarinense, Lages, São José do Cerrito e Urupema. Foram instaladas quatro blocos por município, totalizando 30 mil m2 de área amostral, nos quais todos os espécimes de Myrtaceae com diâmetro à altura do peito (DAP ≥ 5 cm foram amostrados. A estrutura da comunidade de Myrtaceae foi avaliada pelos descritores fitossociológicos e a suficiência amostral foi verificada utilizando-se o método de rarefação. As abordagens ecológicas e indicações de uso não madeireiro basearam-se em bibliografia especializada e base de dados científicos. Foram amostrados 1.480 exemplares de Myrtaceae pertencentes a 21 espécies e 11 gêneros. As espécies mais abundantes foram Myrceugenia euosma, Siphoneugena reitzii e Myrcia palustris, as quais representaram mais de 50% da estrutura da comunidade. Quanto à classificação ecológica, destacou-se o grupo das secundárias iniciais (57%. As espécies amostradas são indicadas para restauração de áreas alteradas, usos ornamentais (100% e fitoterápicos (60%. Apesar da representatividade e potencialidades das Myrtaceae, ainda são necessárias pesquisas para embasar a conservação via plano de manejo.

  15. Hydrographic and hydrogeological basin of Entre-Ribeiros: probable recharge zone delimitation and environmental impact assessment Bacia hidrográfica e hidrogeológica de Entre-Ribeiros: zonas prováveis de recarga e análise dos impactos ambientais históricos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vitor V. Vasconcelos

    2012-06-01

    Full Text Available The probable recharge zone delimitation of Entre-Ribeiros Basin (Northwest of the state of Minas Gerais / Brazil is proposed in this study. The delimitation is based upon stratigraphy, geomorphology, geo-environmental domains and hydrogeology studies. Combining the recharge zone map with the land use variation between 1975 and 2008, the occupation trends of possible recharge zones are identified. Concluding, the environmental impacts for this basin are discussed.Apresenta-se uma proposta de delimitação das prováveis zonas de recarga da Bacia Hidrográfica de Entre-Ribeiros (Noroeste de Minas Gerais/Brasil. A delimitação teve como subsídio estudos de litoestratigrafia, geomorfologia, unidades geoambientais e hidrogeologia. A partir da delimitação proposta, e conjugando-se à análise da ocupação do solo entre o período de 1975 a 2008, procura-se identificar as tendências de ocupação das zonas prováveis de recarga. Por fim, tecem-se comentários sobre os impactos ambientais decorrentes da ocupação dessas áreas.

  16. A percepção profissional e comunitária sobre a reinserção social dos usuários de drogas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Santana de Paiva

    2014-12-01

    Full Text Available O processo de reinserção social de usuários de substâncias psicoativas tem se configurado como uma das principais estratégias da Política Nacional sobre Drogas. Haja vista que o uso de substâncias emerge como um dos principais problemas de saúde pública na atualidade, o presente artigo teve como objetivo compreender as percepções dos atores sociais inseridos nas políticas da saúde, assistência social e lideranças comunitárias acerca do processo de reinserção social dos usuários de drogas. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo, onde foram realizadas doze entrevistas semiestruturadas com diferentes informantes-chave, inseridos em um território com elevados indicadores de uso de drogas. Os resultados apontam para os desafios no processo de inserção efetiva dos usuários de drogas em razão da existência de uma rede assistencial multissetorial, um profundo processo de estigmatização social, a naturalização do uso de drogas, a responsabilização da família, além da sobrecarga de trabalho nas políticas públicas.

  17. Empréstimo de livros eletrônicos, redes sociais e a proteção de dados dos usuários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliana Giusti Serra

    2015-01-01

    Full Text Available O artigo discorre sobre a questão da proteção de dados e privacidade dos usuários nas bibliotecas a partir do empréstimo de livros eletrônicos realizado pela parceria OverDrive-Amazon e o uso de redes sociais. É realizado um breve panorama dos normativos relativos à confidencialidade de dados por parte das bibliotecas nos Estados Unidos, países da Europa e a situação brasileira. Finaliza discorrendo sobre a importância da utilização de livros eletrônicos e redes sociais pelas bibliotecas, ressaltando apenas que esse uso seja realizado garantindo a preservação e confidencialidade dos dados pessoais dos usuários, utilizando-se das informações coletadas, mas revertendo-as em ofertas de serviços e divulgação dos acervos.

  18. Raw water use charge reduction for the rural sector in the PCJ Watershed Redução da cobrança pelo uso da água para o setor rural nas Bacias PCJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério T. da Silva

    2009-09-01

    computacional cujo método de cálculo apresenta uma simples relação, de forma que, quanto mais eficiente for a prática conservacionista, bem como quanto maior a área conservada, maior deverá ser o percentual de redução da cobrança que incide sobre os usuários do setor rural que captam as águas dos rios federais das Bacias PCJ. Portanto, tal programa apresenta-se como importante ferramenta de auxílio para questões específicas de gestão dos recursos hídricos relacionadas aos usuários de água do setor rural das Bacias PCJ.

  19. Interfaces da gestão ambiental urbana e gestão regional: análise da relação entre Planos Diretores Municipais e Planos de Bacia Hidrográfica

    OpenAIRE

    Renata Bovo Peres; Ricardo Siloto da Silva

    2013-01-01

    Este artigo relata uma pesquisa que discute como a questão ambiental vem sendo tratada nos instrumentos e práticas de gestão localizadas em dois recortes territoriais: municípios e bacias hidrográficas. Foi analisada a relação da dimensão ambiental com a gestão regional e municipal, por meio dos instrumentos Planos de Bacia Hidrográfica e Planos Diretores Municipais, tendo como locus a Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos Tietê-Jacaré do Estado de São Paulo. Os objetos de pesquisa se...

  20. Da destinação dos honorários de sucumbência nas causas cíveis patrocinadas pelo Núcleo de Assistência Judiciária da UFV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio Justo Peter

    2013-11-01

    Full Text Available O presente trabalho tem por objetivo investigar quem deve ser o destinatário dos honorários advocatícios de sucumbência nas causas cíveis patrocinadas pelo Núcleo de Assistência Judiciária (NAJ da Universidade Federal de Viçosa (UFV. Por meio dos métodos bibliográfico, dedutivo e indutivo, consistentes no exame da legislação nacional, da jurisprudência, da doutrina e de normas administrativas, analisou-se a natureza jurídica e a destinação dos honorários advocatícios inclusos na condenação, a legalidade do Regulamento nº 5/96 do Conselho Universitário (CONSU da UFV, que destina os honorários inclusos na condenação aos cofres da universidade, e se os professores inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB que atuaram nessas causas estariam autorizados a perceber os honorários de sucumbência. A conclusão foi pela ilegalidade desse regulamento por não destinar os honorários de advogado inclusos na condenação nem ao advogado nem à parte vencedora, devendo, portanto, ser essa verba honorária destinada aos professores.

  1. Condições de saúde dos presos do estado do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília de Souza Minayo

    2016-07-01

    Full Text Available Resumo Apresentam-se os resultados de um estudo quantitativo e qualitativo sobre as condições de vida e saúde dos presos do estado do Rio de Janeiro. O objetivo foi produzir informações estratégicas para subsidiar a ação dos agentes públicos que atuam nos presídios. Os resultados mostram que os presos são jovens (média de 30 anos, pobres, em maioria de cor preta e parda (70,5%, têm baixa escolaridade (só 1,5% deles têm curso superior e cumprem menos de quatro anos de pena. Dos problemas que afetam indiretamente sua saúde ressaltam-se: superlotação (1,39 presos para uma vaga, ócio (só 4,4% trabalham, escassez de perspectivas, maus tratos e relacionamentos conflituosos. Entre os problemas de saúde física destacam-se: os osteomusculares, como dores no pescoço, costas e coluna (76,7%, luxação de articulação (28,2%, bursite (22,9%, dor ciática (22,1%, artrite (15,9%, fratura óssea (15,3%, problemas de ossos e cartilagens (12,5% e de músculos e tendões (15,7%; os do aparelho respiratório, como sinusite (55,6%, rinite alérgica (47%, bronquite crônica (15,6%, tuberculose (4,7% e outras (11,9%; e doenças de pele. Apesar dos dispositivos legais que incluem o cuidado com a saude prisional entre as atribuições do SUS os serviços são escassos e ineficientes e uma das maiores causas de insatisfação dos presos.

  2. Varia??es morfol?gicas e geogr?ficas no sincr?nio do peixe-boi da Amaz?nia Trichechus inunguis (Natterer, 1883)

    OpenAIRE

    Valdevino, Gisele de Castro Maciel

    2016-01-01

    peixe-boi-da-Amaz?nia (Trichechus inunguis) ? end?mico da bacia Amaz?nica e exclusivo de ?gua doce. Apresenta apomorfias em rela??o aos outros triquequ?deos, derivadas de sua adapta??o ao ambiente dulc?cola e distribui-se desde as cabeceiras de rios no Equador, Peru e Col?mbia at? o estu?rio do Rio Amazonas, no Brasil. Apesar dos estudos sobre a morfologia desta esp?cie, nenhum estudo ontogen?tico sincraniano foi desenvolvido ao longo de sua distribui??o. Estudos morfol?gicos e...

  3. Análise de desempenho de medidas estruturais e não estruturais de controle de inundações em uma bacia urbana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Galvão Tiradentes Decina

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO Este trabalho teve como objetivo analisar, por meio de simulações hidrológicas e hidráulicas, o desempenho de algumas medidas de controle de inundação, estruturais e não estruturais. Para tanto, os mapas e demais informações espaciais da bacia hidrográfica do Córrego do Gregório, em São Carlos (SP, foram digitalizadas com auxílio do software de geoprocessamento ArcGIS(r e imagens de satélite de alta resolução. Com base nessas informações, foram propostos cenários alternativos que incorporaram as medidas de controle. Através da utilização dos softwares HEC-HMS e HEC-RAS realizaram-se as modelações hidráulicas e hidrológicas, utilizando tempos de retorno de 25, 50 e 100 anos para a chuva de projeto. Com os resultados obtidos (hidrogramas de cheia e manchas de inundação referentes a cada tempo de retorno, foi possível analisar as medidas, comparando-se os diferentes cenários. Concluiu-se, para este caso, que os melhores resultados correspondem à associação das medidas estruturais e não estruturais. Contudo, também foi verificado que, mesmo com a concretização do cenário mais favorável, o problema das inundações não seria satisfatoriamente equacionado, o que revela a necessidade de se considerar outras medidas para minimizar os prejuízos decorrentes das inundações, tais como medidas de controle na fonte, seguros contra inundações e sistemas de alerta antecipados.

  4. Diagnóstico situacional dos serviços de fitoterapia no Estado do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Michiles

    Full Text Available O Sistema Farmácia-Viva®, assim como o fez em diversas localidades do Brasil, também inspirou iniciativas nos municípios do Estado do Rio de Janeiro. No entanto, a insuficiência de uporte político. bem como as características peculiares inerentes à área de plantas mcdicinais, constituíram-se em fatores determinantes na qualificação das iniciativas municipais, gerando a necesidade do estabelecimento de normativas legais. O resultado do diagnóstico realizado junto aos municípios do Estado do Rio de Janeiro apresentou questões que certamente são comuns a maioria dos municípios do país. Há necessidade ele maior comprometimento dos gestores da área ele saúde, principalmente tendo em vista a necessidade de assegurar qualidade, segurança e eficácia, preceitos estabelecidos a todos os recursos terapêuticos do SUS.

  5. Avaliação sazonal e espacial da qualidade das águas superficiais da bacia hidrográfica do rio Longá, Piauí, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Waneska Maria Vasconcelos Medeiros

    2018-05-01

    Full Text Available Este artigo teve como objetivo avaliar a qualidade das águas superficiais da bacia hidrográfica do rio Longá no Estado do Piauí, Brasil. Sete pontos foram monitorados, com base na proximidade de estações meteorológicas e acessibilidade, para obter melhores caracterizações espaciais e de ocupação da bacia hidrográfica. As amostras de água foram coletadas mensalmente (01/2015-12/2015. Foram medidas as variáveis: temperatura, pH, turbidez, condutividade elétrica, sólidos totais, fósforo total, nitrato, oxigênio dissolvido, demanda bioquímica de oxigênio (DBO e Escherichia coli (E. coli. Os resultados foram avaliados individualmente e comparados aos padrões brasileiros para águas doces de classe 2, conforme Resolução nº 357/2005 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA. Os dados foram avaliados utilizando-se análises multivariadas (agrupamento e análise de componentes principais - ACP. As variáveis E. coli, pH, turbidez, nitrato, DBO e condutividade elétrica variaram entre os dois períodos analisados (seco e chuvoso. As variáveis DBO, E. coli estiveram em desacordo com os padrões do CONAMA nos pontos urbanos P2, P3 e P5, devido à poluição difusa observada no período chuvoso. O agrupamento mostrou uma tendência espacial, apresentando dois grupos distintos (rural e urbano. A ACP identificou quatro componentes principais que explicaram uma variação de 58,64% nos dados. O Componente 1 (CP1 refletiu uma contribuição de poluentes relacionados à poluição difusa de áreas agrícolas e urbanas. O Componente 2 (CP2 foi fortemente associado à poluição, especialmente por esgoto doméstico não tratado. As outras ACPs também refletiram pressões de atividades antropogênicas nos corpos d’água.

  6. TEORES DE METAIS PESADOS E CARACTERIZAÇÃO MINERALÓGICA DOS SOLOS DO CEMITÉRIO MUNICIPAL DO BOQUEIRÃO, CURITIBA (PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LARISSA KUMMER

    2013-11-01

    Full Text Available As características locais de um cemitério são importantes variáveis que determinam o caminho de contaminantes resultantes do processo de decomposição de cadáveres. Constituem-se também como fontes de contaminantes, o verniz, conservantes da madeira e as partes metálicas dos caixões, que podem liberar metais para o ambiente. O objetivo do trabalho foi estudar a mineralogia da fração argila e os teores de metais pesados dos solos do Cemitério Municipal do Boqueirão, em Curitiba (PR, e avaliar o risco de contaminação ambiental. Foram selecionados seis pontos dentro da área do cemitério, de onde se coletaram amostras em três profundidades (0-20, 20-80 e 80-120 cm. A fração de argila foi estudada por difratometria de raios X e análises térmicas. Os teores totais e trocáveis de Cr, Cu, Pb, Ni e Zn foram determinados. Os teores de Fe2O3 associados com minerais de Fe mais cristalinos foram baixos, o que reflete os baixos teores de Fe dos materiais de origem dos solos e diferentes estágios de desenvolvimentos dos solos. Dentre os metais analisados, os teores de Pb e Zn total foram os que apresentaram os maiores valores em relação a solos de mesmo material de origem, porém tais concentrações não são indicativas de poluição ambiental, e sim de uma branda contaminação. Conclui-se que os solos deste cemitério apresentam-se aptos para esta atividade, visto serem profundos, de textura argilosa e com alto potencial de adsorção de metais.

  7. Avaliação integrada da qualidade química e da genotoxicidade da água do arroio Luiz Rau, no trecho inferior da Bacia do Rio dos Sinos, no Sul do Brasil

    OpenAIRE

    Petry, Camila Tamires; Costa, Gustavo Marques da; Benvenuti, Tatiane; Rodrigues, Marco Antônio Siqueira; Droste, Annette

    2016-01-01

    A qualidade química e a genotoxicidade da água do arroio Luiz Rau em Novo Hamburgo (Rio Grande do Sul, Brasil) e a relação entre os danos genéticos observados em Tradescantia pallida var. purpurea e parâmetros químicos foram analisados. Amostras de água foram coletadas bimestralmente, entre setembro de 2012 e março de 2013 em dois sítios: próximo à nascente (S1) e próximo à foz (S2) do arroio. Ramos com botões florais foram expostos à água dos sítios e à água destilada (controle negativo). Fr...

  8. A voz dos utilizadores dos cuidados de saúde primários da região de Lisboa e Vale do Tejo, Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Lopes Ferreira

    Full Text Available Resumo Este artigo resultou de um estudo com o objetivo de determinar o grau de satisfação dos utilizadores com os cuidados prestados nas 125 Unidades de Saúde Familiares (USF e em algumas das 127 Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP da Região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT. Foram entregues 20.118 questionários e recebidos 16.965 (89,0% taxa de respostas. O instrumento de recolha de dados utilizado foi o questionário Europep, medindo essencialmente quatro dimensões: cuidados médicos, cuidados não médicos, organização dos cuidados e qualidade das instalações. 65,3% dos respondentes eram mulheres, a média etária atingiu os 50,8 anos, 35% tinham no máximo 6 anos de escolaridade e para 5,2% este tinha sido o seu primeiro contato. Verificou-se um valor médio global de satisfação de 77,4%, superior em relação aos cuidados e à atenção prestados pelos profissionais. As mulheres apresentaram uma satisfação ligeiramente menor do que a dos homens, o mesmo acontecendo aos jovens face aos mais idosos. As pessoas com menos habilitações literárias foram as que apresentaram melhores índices de satisfação. As USF tiveram sempre maior satisfação face às UCSP, com os modelos B com maior satisfação face aos modelos A. Os utilizadores penalizam as unidades com mais de 12 MF e verificou-se uma grande disparidade regional.

  9. Adoção de Alianças Estratégicas por Empresas dos Pólos Calçadistas do Vale do Rio dos Sinos-RS e de Franca-SP: um estudo exploratórioAdoption of Strategic Alliances by Shoes Industries of the Vale do Rio dos Sinos-RS and Franca-SP clusters: an exploratory studyAdopción de Alianzas Estratégicas por Empresas de los Polos Calzadistas del Vale do Rio dos Sinos-RS y de Franca-SP: un estudio exploratorio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ALMEIDA, Lauro Brito de

    2008-03-01

    Full Text Available RESUMOA nova configuração ambiental das empresas, fruto da relativa abertura de mercado provocada pela globalização, tem se constituído em mais um desafio para assegurar a continuidade dos negócios. Estratégias competitivas têm sido implementadas visando superar tal desafio e, dentre elas, as alianças estratégicas têm se revelado uma alternativa viável. Nesse contexto, este artigo tem como objetivo investigar o grau de utilização de alianças estratégicas por médias e grandes empresas que compõem os pólos calçadistas do Vale do Rio dos Sinos (RS e de Franca (SP. A pesquisa, classificada como exploratória e descritiva, teve a participação de 54 empresas, sendo 33 do Vale do Rio dos Sinos e 21 de Franca, as quais responderam a um questionário elaborado com perguntas em sua maioria fechadas. A análise dos dados deu-se através da estatística descritiva, aplicando-se freqüência percentual relativa, identificando-se a representativa das respostas obtidas em relação ao conjunto. Principais conclusões: a maioria das empresas tem atividades conjuntas; as empresas estão mais próximas das alianças transacionais do que das estratégicas; as alianças com concorrentes são inexpressivas – predominam fornecedores e clientes; o controle do resultado das alianças é insuficiente; confiança e parceiro adequado são fatores determinantes.ABSTRACTThe new environment of the companies, result of the relative opening of the market caused by the globalization has set a new challenge to assure the continuity of the businesses. Competitive strategies have been implemented aiming to overcome such challenge and, amongst them, strategic alliances have shown to be a viable alternative. In this context, this article has as objective to investigate the degree of use of strategic alliances by the medium and large companies of the shoes industries located in clusters of Vale do Rio dos Sinos (RS and Franca (SP. This exploratory and

  10. A formação dos salários nos setores público e privado

    OpenAIRE

    Marconi, Nelson

    2010-01-01

    Este trabalho visa comprovar a existência de segmentação entre os mercados de trabalho público e privado, evidenciada através dos diferenciais salariais e das distintas regras de formação de salários em ambos, buscando discutir de modo mais detalhado quais seriam estas regras no setor público.

  11. Acesso ao medicamento por via judicial na perspectiva dos usuários do Sistema Único de Saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virginia Oliveira Chagas

    2013-12-01

    Full Text Available O acesso aos medicamentos por meio de ações judiciais tem ocorrido com frequência nas três esferas de gestão do Sistema Único de Saúde, sendo legitimada pela garantia do direito universal e integral à saúde e é considerada uma via alternativa. Essa crescente demanda tem provocado muitas discussões entre juristas, gestores e profissionais de saúde, visto que pode interferir na gestão da assistência farmacêutica gerando gastos não previstos e comprometendo o orçamento para a saúde. Optou-se por desenvolver um estudo de caso qualitativo com o objetivo de descrever a perspectiva dos usuários sobre o acesso ao medicamento por via judicial no município de Jataí, Goiás. Participaram do estudo oito pacientes e seis familiares. Os dados foram coletados de janeiro a agosto de 2012, por meio de entrevista semiestruturada e análise documental dos processos judiciais. A experiência de busca pela via judicial esteve relacionada à falta de informação oferecida aos usuários, ao bom acolhimento dos profissionais do Judiciário e a resolutividade. Ficou evidente que, para o usuário, o acolhimento e a informação esclarecedora é imprescindível para tomada de consciência sobre a seriedade nesse processo de garantia do direito ao acesso ao medicamento. Em contrapartida, é preciso melhorar o processo comunicativo entre usuários e profissionais de saúde por meio de uma relação dialógica empática, respeitosa que possibilite a troca de experiências e o exercício da alteridade garantindo com isso ações integradas que atendam às necessidades individuais e coletivas para promoção da saúde.

  12. Aplicação de modelos digitais do terreno (MDT em análises macrogeomorfológicas: o caso da bacia hidrográfica do Araguaia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Morato de Carvalho

    2004-12-01

    Full Text Available O trabalho consiste na aplicação e teste de técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto para estudo geomorfológico de macroescala em sistemas fluviais de grande porte. A área de estudo é a bacia do Rio Araguaia, 2 com uma área de drenagem que se estende por 375000 km ao longo do Brasil Central. Foi gerado um modelo digital do terreno (MDT através do sensor Interferometric Synthetic Aperture Radar (IFSAR, obtido da Shuttle Radar Topography Mission (SRTM. O objetivo foi identificar o potencial desta ferramenta para estudos geomorfológicos. Os principais produtos obtidos foram imagem sombreada, mapa hipsométrico, identificação de lineamentos estruturais, mapa de declividade e rede de drenagem, assim como perfis topográficos e o perfil longitudinal do rio Araguaia. Os resultados mostraram que em geral, os modelos tridimensionais do terreno - MDT - são ferramentas bastante eficientes para análises macrogeomorfológicas em grandes bacias hidrográficas. Entretanto, a baixa resolução vertical, produz alguns resultados de declividade relativamente pobres em áreas planas.

  13. Custos de oportunidade para alocação de efluentes nas áreas plantadas de cana na bacia do rio Pirapama

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna da Nóbrega Germano

    2010-09-01

    Full Text Available O artigo identifica os custos de oportunidade da alocação de efluentes nas áreas plantadas de cana, distantes mais de 2 Km da agroindústria JB, nos meses de safra em que isso não ocorre. Esses custos são obtidos por meio dos valores marginais das variáveis de decisão, provenientes do problema de maximização de benefícios econômicos, resolvido por meio do General Algebraic Modeling System (GAMS e da análise do dual do problema linearizado. Além disso, simulam-se diferentes coeficientes para os custos de transporte e de tratamento de efluentes para verificação dos efeitos sobre sua alocação e os benefícios associados à mesma. Desta forma, pode-se subsidiar a identificação de taxas e/ou subsídios que favoreçam a alocação dos efluentes em áreas plantadas de cana mais distantes das agroindústrias, proporcionando não só ganhos de produtividade mais disseminados, como também o respeito aos limites de qualidade do rio.This paper identifies the opportunity costs in effluent allocation over sugarcane crop acres located more than 2Km away from the agroindustry plant JB, during the harvest season. The optimization problem described herein explains why these opportunity costs are usually missed. Actually, these costs derive from the marginal values associated to the decision-making variables concerning an economic benefit maximization problem resolved using the General Algebraic Modeling System (GAMS and from the dual analysis of the linearized problem therein. Besides, different effluent transportation and effluent treatment cost coefficients were considered in simulating possible impacts and benefits regarding effluent allocation. This approach supports the optimal definition of charging and/or subsidizing schemes best suited to allocate effluents over sugarcane crops located farther away from hub agroindustry plants, not just for more disseminated productivity gains, but also for best compliance with river water quality

  14. AS AULAS RÉGIAS E OS SALÁRIOS DOS PROFESSORES NO PERÍODO DE REORGANIZAÇÃO DOS ESTUDOS (MINAS GERAIS, 1795-1800

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleide Cristina Oliveira

    2012-10-01

    Full Text Available RESUMO:Em 1777 D. Maria I assumiu o trono de Portugal. Todavia, a rainha fora afastada do poder por se encontrar em um estado de insanidade mental e, durante a regência de seu filho D. João, iniciada em 1792, suas determinações sofreram uma inflexão. Sob um contexto de crise econômica, houve uma tentativa de reorganização das escolas, baseada em um processo de centralização administrativa. A partir deste contexto é que analisamos os temas discutidos neste artigo: a disseminação das aulas régias na Capitania de Minas Gerais e os salários dos professores. Para tanto, tomamos como fontes de pesquisa documentos oficiais, produzidos entre 1795 e 1800. Identificamos as aulas de Primeiras Letras e de Gramática Latina como as mais numerosas e, ainda, que nem sempre as escolas oficialmente autorizadas funcionavam. Os valores dos salários dos mestres eram diferenciados conforme a especialidade ensinada: Filosofia (460$000 réis anuais, Retórica (440$000, Gramática Latina (400$000 e Primeiras Letras (150$000. No final do século XVIII, havia professores que não recebiam os salários integralmente e muitos que não recebiam absolutamente nada há anos. Os professores de Primeiras Letras eram os que possuíam salários atrasados com maior frequência e, mesmo assim, continuavam a exercer suas atividades.PALAVRAS-CHAVE: aulas régias; reorganização dos estudos; salários de professores.ABSTRACT: In 1777 Queen Mary I took the throne of Portugal. However, the queen was removed from power because he is in a state of insanity and, during the regency of his son King John, started in 1792, its provisions have undergone a shift. Under a context of economic crisis, there was an attempt to reorganize the schools, based on an administrative centralization process. From this context is that we analyze the issues discussed in this article: the spread of royal schools in Minas Gerais captaincy and teacher salaries. To this end, we take as research

  15. MOVIMENTOS DE MASSA NA BACIA DO RIO SÃO PEDRO, MUNICÍPIO DE NOVA FRIBURGO, ASSOCIADO AO EVENTO DE JANEIRO DE 2011 (Mass movement of the San Pedro river basin, the city of Nova Friburgo, associated with the event of january 2011)

    OpenAIRE

    SOUZA, Juliana Martins; ASEVEDO, Lorena Abreu; SOARES, Isabel Linhares Pereira; BERTOLINO, Ana Valéria Freire Allemão

    2012-01-01

    Os movimentos de massa são fenômenos naturais que interferem na evolução das formas de relevo e provocam danos de ordens sociais, físicas e econômicas. O objetivo central do trabalho é identificar as tipologias de movimentos de massa que ocorreram em janeiro de 2011, na bacia do rio São Pedro – município de Nova Friburgo, correlacionando com os tipos de cobertura vegetal, a frequência e intensidade das chuvas. Os pontos de movimentos de massa foram georreferenciados através do GPS de alta pre...

  16. Modelagem hidrológica em microbacia hidrográfica parte II: teste do modelo HidroBacia Hydrologic modeling of a small watershed part II: HidroBacia model test

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidney S. Zanetti

    2009-08-01

    Full Text Available Este trabalho consistiu na modelagem hidrológica de uma microbacia hidrográfica utilizando-se o modelo HidroBacia, no qual o processo de infiltração da água no solo é representado por meio da equação de Green-Ampt modificada por Mein e Larson. Obtiveram-se, dentre os parâmetros desta equação, o potencial matricial na frente de umedecimento, a condutividade hidráulica e a umidade do solo na zona de transmissão, através de diversos métodos apresentados na literatura; desta forma, foram preparadas e testadas 36 combinações de dados de entrada, visando identificar as que apresentam melhor desempenho nas simulações do hidrograma de escoamento superficial com o modelo e se selecionaram, dentre os eventos de chuva-vazão registrados na microbacia, os 14 mais relevantes para realização das simulações. Das 36 combinações de dados de entrada testadas, seis apresentaram melhor desempenho na estimação dos hidrogramas. O modelo HidroBacia ainda necessita de aprimoramentos, juntamente com análises de sensibilidade, com vista a identificar possíveis incompatibilidades entre os dados de entrada e os respectivos resultados das simulações, uma vez que o modelo apresentou resultados incoerentes em determinadas situações.This work consisted of the hydrologic modeling of a small watershed using the HidroBacia model. The soil water infiltration process is represented by means of the Green-Ampt equation, modified by Mein and Larson, in this model. Among the equation parameters, matric potential in the wetting front, hydraulic conductivity and soil moisture in the "field saturation" were obtained using different methods based on previous scientific literature. Thirty six input data combinations were tested in order to identify those that showed better performance on the runoff hydrograph simulations with the model. Between the rainfall-runoff events registered on watershed, the most relevant (14 of them were selected to perform the

  17. AVALIAÇÃO TEMPORAL DO USO DA TERRA NA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO ARROIO CADENA E PASSO DAS TROPAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Brucker

    1993-08-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivos classificar, mapear e quantificar, a nível de reconhecimento, o uso da terra na Sub-Bacia Hidrográfica do Arroio Cadena e Passo das Tropas - município de Santa Maria, RS. Utilizou-se aerofotogramas pancromáticos obtidos em 1964 e 1975, com escalas aproximadas de 1:60.000 e 1:110.000 respectivamente, e composições coloridas do LANDSAT 5 - TM de 1986 e 1987, na escala aproximada de 1:110.000. Quantificou-se as áreas utilizando as técnicas da amostragem sistemática por grade de pontos. Observou-se que a Classe Pastagem predominou sobre as outras nas três épocas estudadas, ocupando 65,2% da área em 1964, 68,1% em 1975 e 67,4% em 1986/87. A Classe Florestas apresentou um decréscimo de 30,8% e a Classe Agricultura, de 17,6% no período de 1964 a 1986/87; a Classe Construções aumentou sua ocupação em 64,6% neste mesmo período. A técnica de amostragem sistemática por grade de pontos utilizada na quantificação das áreas superestimou a área da sub-classe rede de drenagem em 354,0% e da sub-classe rede viária em 287,6% (média das três épocas de levantamento.

  18. As transformações do judiciário em face da necessidade de efetivação dos direitos fundamentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Naiara Souza Grossi

    2012-09-01

    Full Text Available O presente trabalho tem por escopo analisar as transformações pelas quais o judiciário passa a partir da necessidade de efetivação dos direitos fundamentais. O Estado Democrático de Direito cunhado a partir do regramento normativo constitucional de 1988 faz erigir uma nova hermenêutica, qual seja, a hermenêutica constitucional. Para além do normativismo-positivista, essa hermenêutica constitucional irá atrelar valores à norma cujo principal e estruturante da própria ordem jurídica será o da dignidade da pessoa humana. A partir dessas modificações, os poderes públicos, o qual destacamos o judiciário, passam a ser imantados por esse imperativo ético, ou seja, o poder judiciário passa a ser uma importante ferramenta na concretização dos próprios direitos humanos fundamentais.

  19. Contexto dos berçários e um programa de intervenção no desenvolvimento de bebés

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Skilhan Almeida

    2013-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar o contexto de berçários que atendesse a famílias de baixa renda e verificar o impacto de uma intervenção cognitivo-motora no desenvolvimento de bebés quanto à motricidade ampla, motricidade fina, linguagem e interação. Participaram do estudo 40 bebés, entre seis e oito meses, provenientes de dez berçários para famílias de baixa renda. As escolas foram agrupadas quanto à qualidade dos cuidados oferecidos; os bebés foram estratificados por gênero e aleatoriamente distribuídos em grupos interventivo (n= 20 e controle (n= 20. Foi utilizada uma ficha de observação para verificar a rotina dos berçários. A motricidade ampla e fina, a linguagem e a interação dos bebés foram avaliadas no pré e no pós intervenção. O programa de intervenção propiciou experiências de perseguição visual, manipulação de brinquedos e controle postural. Observaram-se restrições no espaço físico e nas oportunidades para brincar e interagir. Educadores centravam sua atenção no cuidado com higiene e alimentação dos bebés. Bebés provenientes de escolas com contextos mais apropriadas ao desenvolvimento apresentaram desempenhos superiores; e, a intervenção repercutiu positivamente no desenvolvimento global dos participantes. Em conclusão, ações educativas e estratégias interventivas devem ser implementadas nas creches, priorizando o processo de desenvol­vimento infantil.

  20. Ovários policísticos: critérios hemodinâmicos

    OpenAIRE

    Ávila,Márcio Augusto Pinto de; Murta,Carlos Geraldo Viana

    2001-01-01

    O advento da ultra-sonografia endovaginal de alta resolução abriu novas áreas de pesquisa nos ovários policísticos. O conhecimento da hemodinâmica ovariana é fundamental para o entendimento do comportamento fisiopatológico dos ovários policísticos. Os autores tecem considerações sobre a possibilidade da utilização do Doppler colorido na melhor definição dos ovários policísticos. Os dados sugerem que o aumento da vascularidade e a diminuição da resistência dos vasos do estroma ovariano, assim ...

  1. Síndrome dos Ovários Policísticos: Avaliação Dopplerfluxométrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Ricardo Vasconcellos

    2001-01-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a eficácia do Doppler colorido como método diagnóstico na síndrome dos ovários policísticos (SOP, mediante as variações do fluxo sangüíneo no estroma ovariano, nas artérias uterinas e no tecido subendometrial. Métodos: foram selecionadas trinta pacientes distribuídas em dois grupos: quinze com amenorréia ou oligomenorréia, hirsutismo (índice de Ferriman e Gallwey >8, índice de massa corporal IMC maior que 25 kg/m² e exame ecográfico que identificou estroma aumentado, hiperecogênico e policistose ovariana (grupo de estudo, e número idêntico de pacientes com ciclos menstruais normais, sem sinais de hirsutismo e ultra-sonografia normal (grupo controle. Com o uso da dopplerfluxometria transvaginal foram medidas a velocidade de pico sistólico ou velocidade máxima (Vmáx, índice de pulsatilidade (IP e resistência dos vasos do estroma ovariano, da artéria uterina e do subendométrio. Resultados: a dopplervelocimetria mostrou Vmáx significativamente maior no estroma ovariano das pacientes com SOP (12,2 cm/s (p<=0,0004 em relação ao grupo controle (8,5 cm/s. O IP da artéria uterina também se revelou muito superior no grupo com SOP (3,3 cm/s em relação ao controle (2,7 cm/s. Outros parâmetros da dopplervelocimetria não evidenciaram diferença significativa. Ao estabelecermos um cutoff (ponto de corte = 9 cm/s na amostragem para a Vmáx obtivemos os percentuais de 95,2 para sensibilidade, 80,0 para especificidade e de 83,3 para o valor preditivo positivo e 94,1 para o negativo. Com referência ao IP para um cutoff = 2.35 os testes revelaram: sensibilidade de 81,0%, especificidade de 50,0%, valor preditivo positivo de 63,0% e negativo de 71,4%. Conclusão: a dopplervelocimetria pode constituir subsídio a ser incorporado à investigação clínica e ultra-sonográfica no tocante ao diagnóstico da síndrome dos ovários policísticos.

  2. SATISFAÇÃO E MOTIVAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS NO IFRN – CAMPUS NATAL CENTRAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli de Fátima Ferraz da Silva Tacconi

    2015-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é identificar os aspectos da satisfação e motivação dos funcionários técnicos administrativos do IFRN Campus Natal Central. Pois se considerando a importância social do setor publico no país, deve-se promover estudos que visem avaliar os aspectos motivacionais que reforçem a satisfação do funcionário, visto que a qualidade no atendimento ao público externo tende a estar ligado à satisfação desse publico para com a organização. Dessa forma, foi realizado um estudo de caráter exploratório e descritivo, do tipo estudo de caso e abordagem quantitativa. A população desta pesquisa foi formada pelos servidores técnico-administrativos do IFRN Campus Natal-Central, no qual se coletaram 136 questionários, atendendo ao critério de amostra probabilística. Os resultados apresentaram que as pessoas se sentem fortemente motivadas, evidenciando que a maioria deve gostar do trabalho que desenvolve. Esse mesmo resultado se confirma no nível de satisfação com o trabalho Isso demostra que a maioria dos servidores trabalham com o que gostam, promovendo uma forte relação e sentindo-se satisfeitos como o seu trabalho. A analise de Cluster demonstrou que pode ser possível diferenciar dois agrupamentos, que apresentam nível de satisfação e motivação diferenciados. Conclui-se que os funcionários menos motivados são os que possuem mais tempo de serviço e que percebem o seu trabalho com menor nível de importância. Essa informação sugere uma urgência em destacar a importância do sentido do trabalho para esses profissionais.

  3. Mapeamento do potencial de erosão laminar na bacia do rio Japaratuba, SE, via SIG Mapping the laminar erosion potential for the Japaratuba river basin, SE via GIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo de Aragão

    2011-07-01

    Full Text Available A erosão do solo é a principal causa do empobrecimento precoce de terras produtivas e dentre as suas formas está a erosão laminar. Esta se caracteriza não apenas pela remoção de uma camada relativamente uniforme da superfície, mas também por seus nutrientes, sendo intensificada, portanto, pelas ações antrópicas. Para evitar ou reduzir seus impactos, fazem-se necessárias diretrizes para a adequação do uso e da ocupação às condições de cobertura vegetal, tipo de solo e topografia, através de mapas do potencial erosivo laminar da região de interesse, obtidos via sistemas de informações geográficas (SIG. Neste trabalho foi desenvolvido o mapeamento do potencial erosivo laminar da bacia do rio Japaratuba, SE (1685 km²; trata-se de uma região sujeita a intensa atividade agrícola, pecuária e de mineração, onde só restam 6% da vegetação nativa. Os resultados mostram que 48,71% da área da bacia ficam nas classes de médio e alto potencial erosivo, indicando que a bacia está bastante impactada devido aos usos inadequados para as condições de solo e declividades.Soil erosion is a natural phenomenon that reduces soil fertility and causes a great impact on agricultural areas. Laminar erosion is characterized by the removal of the top soil fairly uniformly as well as its nutrients, which is accelerated by human activities. To minimize the impacts it is necessary to adopt an adequate soil management that takes into account the type of the soil, relief, and vegetation cover. The soil management can be aided by mapping the erosive potential of a region using GIS tools. In this work, the technique that was used for mapping the erosive potential in the Japaratuba River Basin (1685 km² located in the State of Sergipe is presented. The results show that 48.71% of the basin area lie within medium and high erosive potentials zones, suggesting the inadequate land use for the soil types and relief within the basin.

  4. Acesso a ambulatório pediátrico de um hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Selma C. Franco

    1998-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: No Brasil verifica-se um descompasso entre o aumento das necessidades de atenção à saúde e de sua oferta. O Sistema Único de Saúde, cujas deretrizes preconizam a atenção universal e eqüânime, determina a relevância desta temática dentro do campo da avaliação dos serviços de saúde. Assim, foram estudados dois ambulatórios de pediatria de um hospital universitário, um geral e outro de uma subespecialiadade (pneumologia, comparando os usuários quanto ao acesso. MÉTODO: Foram aplicados 221 questionários entre clientes de ambos os ambulatórios de pediatria com o objetivo de se estudar e comparar variáveis socioeconômicas, procedência, acesso aos referidos ambulatórios e outros serviços de saúde. RESULTADOS: Evidenciou-se grande dificuldade de locomoção dos pacientes, a maioria dos quais são encaminhados por serviços de saúde locais. Dos pacientes atendidos 40% não receberam nenhum atendimento anteriormente à sua chegada ao hospital, fato que decorre principalmente de seu baixo nível socioeconômico, que os torna dependentes exclusivamente dos serviços públicos de saúde. A comparação entre os dois ambulatórios mostra que os pacientes do ambulatório de especialidade têm melhor nível socioeconômico e são menos dependentes dos serviços públicos, configurando desta forma uma situação de ineqüidade. CONCLUSÕES: É apontado o melhor nível socioeconômico dos usuários da especialidade bem como questões organizacionais do próprio serviço como os responsáveis pela iniqüidade verificada.

  5. O território do morango no Vale do Caí/RS : análise pela perspectiva dos sistemas agroalimentares localizados

    OpenAIRE

    Suzimary Specht

    2009-01-01

    No intuito de entender como o processo produtivo do morango vem gerando um território, objetiva-se nesta pesquisa averiguar, como as abordagens do Território e dos Sistemas Agroalimentares Localizados contribuem para a interpretação e análise das relações que ocorrem no Território do Morango, no Vale do Caí. Neste sentido é importante observar, tendo por referência os estudos sobre a abordagem do Território, como as relações de poder são manifestadas, independente da escala, gerando assimetri...

  6. Ribeira do Iguape Basin Morphogenesis and the Environmental Systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jurandyr Luciano Sanches Ross

    2002-12-01

    Full Text Available O relevo da bacia do rio Ribeira do Iguape, apresenta macro-compartimentos geomorfológicos muito distintos, que correspondem aos morros da superfície de cimeira regional, os morros fortemente dissecados dos níveis intermediários da serra do Mar, as terras da depressão tectônica do baixo Ribeira e a planície costeira marinha e fluvial. A gênese das formas desse relevo sofreu influências da tectônica pré-Cambriana, nas fases do ciclo brasiliano, com dobramentos acompanhados de metamorfismos regionais, magmatismos subjacentes sintectônicos, complexidade de falhamentos e fraturas, fases de reativação tectônica meso-cenozoica, compartilhado com as atividades climáticas pretéritas e atuais, bem como com as oceânicas. A conjugação de processos tectônicos e os mecânicos e químicos das águas ao longo de milhões de anos, definem as morfologias atuais do relevo e dos sistemas ambientais desta bacia

  7. Fazeres dos enfermeiros em uma unidade de internação psiquiátrica de um hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Lourdes Custódio Duarte

    2011-08-01

    Full Text Available A assistência de enfermagem em saúde mental vem passando por um processo de transformação de paradigma, do modelo asilar para o psicossocial. Temos o objetivo de identificar os fazeres dos enfermeiros em uma unidade de internação psiquiátrica em um hospital universitário. Pesquisa exploratória, descritiva, com abordagem qualitativa. Na coleta de dados, foi utilizada a entrevista semiestruturada com os enfermeiros. Os resultados mostram a apreensão de novos conceitos que orientam a assistência em saúde mental, na qual acolhimento, cuidado integral e individual e consideração da subjetividade dos usuários, norteiam essa prática. Os fazeres dos enfermeiros estão permeados por aspectos que vão além do biológico, incluindo a família e a sociedade.

  8. Variáveis mineralógicas preditoras de fontes de produção de sedimentos, em uma bacia hidrográfica do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pablo Miguel

    2014-06-01

    Full Text Available O uso da mineralogia como ferramenta para a avaliação das propriedades dos minerais que compõem o solo é extremamente importante para o entendimento das diferentes relações químicas e físicas que ocorrem nele. Essas propriedades/variáveis, na identificação das fontes de sedimentos em suspensão, podem ajudar a elucidar os fatores e processos que regem a transferência de sedimentos e poluentes dos sistemas terrestres para os sistemas aquáticos. Os objetivos deste estudo foram caracterizar quantitativamente a mineralogia do solo das fontes e dos sedimentos em suspensão, em uma bacia hidrográfica, e identificar quais variáveis mineralógicas possuem propriedades traçadoras. Para a identificação das fontes, foi utilizado o método fingerprinting, que compara os solos de diferentes fontes e os sedimentos que são encontrados em suspensão no canal de drenagem, usando elementos traçadores. Os principais minerais que compõem o solo das fontes e do sedimento foram caulinita, minerais de camada 2:1 e hematita e goethita. Entre os óxidos, a hematita foi o que predominou entre as amostras. As variáveis mineralógicas, teor de caulinita e de goethita apresentaram capacidade discriminante e puderam ser usados como traçadores na identificação das fontes de produção de sedimentos e na estimativa da contribuição de cada uma das fontes, aumentando assim a capacidade preditiva do modelo. A maior contribuição na produção de sedimentos foi dos canais fluviais, seguidos pela malha e, por último, pelas estradas.

  9. Alterações Geomorfológicas Derivadas Da Intervenção De Atividades Antrópicas: análise temporal na Bacia do Arroio Santa Bárbara – Pelotas (RS.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Luís Heck Simon

    2008-11-01

    Full Text Available A análise temporal das alterações nas formas do relevo, tendo como base informações espaciais oriundas da cartografia geomorfológica, possibilita a compreensão da gênese dos distúrbios na morfodinâmica e dos impactos ambientais. Assim, este artigo foi desenvolvido com o objetivo de analisar as principais alterações geomorfológicas desencadeadas na bacia do Arroio Santa Bárbara, localizada no município de Pelotas – RS, durante 41 anos (1965 – 2006. Para avaliar as alterações ocorridas sobre a morfologia, foram elaborados mapas geomorfológicos da área em estudo, referentes aos anos de 1965 e 1995, a partir da interpretação de fotografias aéreas. O cenário de 2006 foi constituído por meio de representações cartográficas, esquematizadas a partir da obtenção de imagens orbitais do software Google Earth TM. A integralização deste mapeamento ocorreu por meio de trabalhos de campo, onde foram constatadas as transformações da morfologia e as feições geomorfológicas artificiais. As atividades antrópicas efetivaram a imposição de mecanismos de controle que alteraram as formas e a estrutura do sistema, agindo, conseqüentemente, sobre os fluxos de matéria e energia. Tais alterações vinculam-se à expansão urbana, ao desenvolvimento das atividades agrícolas e às ações antrópicas pontuais como a mineração e a interceptação dos cursos de água para a construção de reservatórios.

  10. Mineralogia e química dos sedimentos de fundo do médio e baixo Madeira e de seus principais tributários: Amazonas - Brasil Mineralogy and chemistry of bottom sediments of the middle and lower Madeira River and its main tributaries: Amazonas - Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Mireide Andrade Queiroz

    2011-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi investigar a variação composicional e mineralógica dos sedimentos de fundo transportados pelos grandes rios da Amazônia, com nascentes nos Andes provenientes de rochas cratônicas. O estudo foi realizado com base em análises granulométricas, mineralógicas e químicas, incluindo isótopos de Pb, no rio Madeira e seus tributários. O conjunto de dados mostra que os sedimentos de fundo do rio Madeira são granulométrica, mineralógica e quimicamente distintos de seus principais tributários. Os sedimentos do rio Madeira são mais arenosos; têm maior quantidade de quartzo; menor conteúdo de Al2O3, Fe2O3, K2O, MgO, Na2O, PF, TiO2, P2O5, MnO e elementos-traço; e a maturidade aumenta de montante para jusante. Dentre os sedimentos dos tributários, os rios Machado e secundariamente o rio Marmelos são os que mais se aproximam da composição dos sedimentos do rio Madeira, enquanto que o Jamari com sedimentos com maior proporção de TiO2, Zr, Y, Nb, Ga, Hf, U, Ta e ETR, é o mais distinto. Apesar do ambiente de intenso intemperismo e erosão, em condições tropicais úmidas, a que estão submetidas as rochas drenadas pela bacia do rio Madeira, os valores das razões Th/Co, Th/Pb, Th/Yb, Al/Pb, Zr/Co e a composição isotópica de Pb indicam fontes distintas para os sedimentos de fundo estudados. Os sedimentos do rio Madeira são provenientes, principalmente, de rochas máficas, enquanto que os sedimentos de seus tributários têm como fonte essencialmente rochas félsicas.This study reports the granulometric, mineralogic and chemical analyses, including Pb isotope, carried out on the bottom sediments of the Madeira River, whose headwaters are in the Andes Mountain, and its tributaries that come from the cratonic region, in order to investigate the compositional variation of the sediments transported by the major rivers of the Amazon. The analytical data show that the bottom sediments of the Madeira River have

  11. IRMANDADE DO ROSÁRIO DOS PRETOS DE SANTA EFIGÊNIA DO ALTO DA CRUZ: PROPOSTA DE GESTÃO DE UM ARQUIVO EM OURO PRETO (MG).

    OpenAIRE

    Silva, Laurimar Gomes da

    2009-01-01

    A proposta deste projeto visa atender a uma demanda da Irmandade do Rosário dos Pretos de Santa Efigênia do Alto da Cruz na cidade de Ouro Preto (MG), a fim de consolidar parcerias no sentido de preservar e gerir o arquivo. Fundada em 1719, compondo uma das vinte irmandades encontradas na cidade, a Irmandade do Rosário dos Pretos de Santa Efigênia do Alto da Cruz se particulariza por ser a responsável pela administração da igreja barroca de Santa Efigênia, que no imaginário ...

  12. Litogeoquímica dos granulitos ortoderivados da cidade de Salvador, Bahia

    OpenAIRE

    Barbosa Júnior, Aryon de Almeida; Barbosa, Johildo Salomão Figueirêdo; Correa-Gomes, Luiz César

    2010-01-01

    p. 339-354 A região que compreende a cidade de Salvador é subdividida em três domínios geológicos principais:(i) a Bacia Sedimentar do Recôncavo, limitada a leste pela Falha de Salvador; (ii) a Margem Costeira Atlântica, formada por depósitos terciários e quaternários modelados por flutuações climáticas e do nível relativo do mar; e (iii) o Alto de Salvador, que representa um horst de litotipos cristalinos, metamórficos de alto e médio grau. Estudos realizados por Barbosa et al (2005...

  13. Urban forest and environmental inequality in Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brazil

    DEFF Research Database (Denmark)

    Silva, Victor; Pedlowski, Marcos; Heynen, Nikolas

    2002-01-01

    Social and spatial inequality regarding environmental resources and services is one of most complex issues affecting contemporary urban life. The objective of this research is to study the spatial distribution of trees in public areas in Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brazil. This researc...... and education levels of the population seem to play a more causal on tree quantity and species diversity. This inequality stresses a problem with environmental justice, a characteristic of Brazilian cities intrinsically connected to urban sustainability....

  14. Perfil dos partos cesáreos em um hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Costa Hoffmeister

    2015-02-01

    Full Text Available Introdução: A proporção de partos cesarianos no Brasil está muito além da preconizada pela Organização Mundial da Saúde, o mesmo ocorrendoem um Hospital Universitário de Porto Alegre, sul do Brasil. A taxa de cesáreas é considerada um indicador poderoso na avaliação da qualidade da assistência perinatal. Nosso objetivo foi analisar o padrão dos partos cesarianos e normais em um hospital universitário no período de2004 a 2012 quanto à média de permanência, faixa etária da parturiente, taxa de infecção relacionada ao parto, tipo de pagador e idade gestacional. Métodos: Estudo de coorte retrospectivo, observacional, com dados coletados no Sistema de Indicadores de Gestão (IG de um Hospital Universitário, abrangendo o período de2004 a 2012. Resultados: A taxa de cesárea no hospital universitário nos anos analisados foi em média 33,21%. Em relação às cesarianas realizadas nesta instituição durante o período em estudo, observou-se que: há uma maior prevalência de cesáreas em mulheres acima de 40 anos, ocorreu um crescimento de partos cesarianos pré-termo, a média de permanência e taxa de infecção foram superiores em relação às mulheres submetidas ao parto vaginal, e houve predomínio de cesarianas na saúde suplementar quando comparada ao Sistema Único de Saúde. Conclusões: As elevadas taxas de cesárea no hospital universitário, embora acima do recomendado pela OMS, são justificadas por se tratar de um hospital terciário e estão em conformidade com o padrão observado no país.

  15. Trajetória histórica das bibliotecas e o desenvolvimento dos serviços bibliotecários: da guarda informacional ao acesso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Santa Anna

    2015-01-01

    Full Text Available Traz à baila o desenvolvimento da instituição biblioteca e os reflexos acarretados à prática do bibliotecário, cujos fazeres se adentram a novas concepções paradigmáticas: do armazenamento à acessibilidade. Partindo dos quatro grandes estágios pelos quais passaram as bibliotecas ao longo dos tempos: laicização, democratização, especialização e socialização, este artigo objetiva refletir a trajetória histórica e o desenvolvimento dos serviços bibliotecários, com vistas à evolução da tecnologia, especificamente com o advento do espaço digital, consumado a partir do desenvolvimento da internet, o que aponta o surgimento da biblioteca virtual na sociedade contemporânea. Metodologicamente, foi utilizada a revisão literária em artigos científicos publicados em revistas brasileiras de biblioteconomia e livros que retratam a trajetória histórica da biblioteca e dos registros de informação. Em linhas gerais, os resultados apontam a necessidade de o bibliotecário ser flexível a mudanças, utilizando as novas tecnologias para reconstruir as práticas bibliotecárias, com maior preocupação para o usuário e suas necessidades, o que confirma a mudança de perfil desse profissional: de guardião da informação a disseminador.

  16. Os tempos da enunciação e dos enunciados publicitários e a questão do cronotopo publicitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eneus Trindade

    2008-09-01

    Full Text Available Este texto refere-se a uma teoria da enunciação publicitária. O objetivo principal é apresentar as nossas reflexões sobre os efeitos temporais nos discursos publicitários. Assim, são considerados os efeitos temporais da enunciação e dos enunciados publicitários. Nossa reflexão discute também a questão da fusão do tempo ao espaço no discurso da publicidade, apresentando o conceito de cronotopo publicitário. Palavras-chave: Enunciação; publicidade; processos midiáticos e culturais; tempo. ABSTRACT This text refers to theory of enunciation process in advertising. The main aim is to present our reflections about time effects in advertising discourses. We considered the time effects of enunciation and advertising messengers announced. Our reflection aims to discuss too relations between space and time in advertising discourse presenting the concept of advertising cronotopo. Keywords: Enunciation; advertising; midiatic and cultural process; time.

  17. Estudo de caso da degradação ambiental do Rio Gorutuba no município de Francisco Sá

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Tereza Pereira dos Santos

    2017-06-01

    Full Text Available O presente trabalho foi realizado na área compreendida pela bacia hidrográfica do Rio Gorutuba, no município de Francisco Sá – MG, e tem como objetivo analisar o estado de conservação e preservação do terço superior do seu curso d’água principal. Observações em nível local foram realizadas na sua nascente e ao longo do curso d’água até ao seu encontro com o Rio Água Quente, na divisa dos municípios de Francisco Sá, Janaúba e Riacho dos Machados. Os procedimentos metodológicos incluem pesquisas bibliográficas e documentais, observações de campo e elaboração de mapas que permitiram realizar as análises sobre a área estudada. A partir das análises observou-se que a área de estudo apresenta um nível elevado de poluição de suas águas e a ocorrência do processo de degradação da mata ciliar, presentes tanto na nascente e, também, ao longo do curso d’água, em ambas as margens. Observou-se, ainda, a necessidade de adoção de medidas adequadas a serem desenvolvidas pelo poder público, com a participação massiva da população, além de campanhas de educação ambiental sobre a necessidade de preservação e sobre a redução dos impactos ambientais negativos presentes na área estudada.

  18. ASPECTOS ECOLÓGICOS DA COMUNIDADE DE PARASITOS EMDUAS ESPÉCIES DE LORICARIIDAE DA BACIA IGARAPÉ FORTALEZA, ESTADO DO AMAPÁ, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raissa Alves Gonçalves

    2014-04-01

    Full Text Available Os parasitos têm sido reconhecidos como importantes componentes dos ecossistemas. Esses usam o ambiente para a sua transmissão e podem infectar diversas espécies de peixe no ecossistema. O presente estudo investigou a ecologia parasitária em Squaliforma emarginata e Harttia duriventris da bacia Igarapé Fortaleza, região de Macapá, estado do Amapá, Norte do Brasil. Para ambos os peixes houve similar nível de infecção por Ichthyophthirius multifiliis (Ciliophora, parasito dominante e com dispersão agregada. Spironucleus sp. (Hexamitidae ocorreu somente nas brânquias de H. duriventris, enquanto Trinigyrus mourei (Monogenoidea e Procamallanus inopinatus (Camallanidae foram encontrados somente S. emarginata. O índice de Brillouin, riqueza de espécies de parasitos, uniformidade e dominância de Berger-Parker foram maiores em S. emarginata, mas paraambos os hospedeiros a comunidade parasitária foi caracterizada por baixa diversidade e baixa uniformidade. Em H. duriventris e S. emarginata, o baixo parasitismo não afetou o fator de condição relativo (Kn dos hospedeiros. Em S. emarginata houve correlação positiva da abundância de I. multifiliis com o comprimento, peso e Kn dos hospedeiros,enquanto que em H. druventris somente o peso e Kn mostram correlação com a abundância desse ciliado. Este foi o primeiro registro de I. multifiliis, Spironucleus sp. e P.inopinatus para H. duriventris e S. emarginata. Palavras-chave: Amazônia, Diversidade, Parasitos, Peixes de água doce, Metazoários. DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n1p15-21

  19. MAPEAMENTO GEOMORFOLÓGICO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO JOÃO (RJ POR ANÁLISE DE IMAGENS ORIENTADA A OBJETO E MINERAÇÃO DE DADOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raphael e Silva Girão

    2016-03-01

    Full Text Available O presente estudo tem como objetivo principal a realização de mapeamento geomorfológico da Bacia Hidrográfica do Rio São João (RJ, na escala 1:100.000, por meio de análise de imagem orientada a objeto (OBIA e empregando técnicas de mineração de dados para a definição dos limiares de classificação do relevo, com base em modelo digital de elevação e suas variáveis geomorfométricas, além de dados referentes ao substrato geológico. A utilização da análise de imagem orientada a objeto e da mineração de dados no mapeamento geomorfológico permitiu a classificação do relevo em diversas classes e em diferentes níveis taxonômicos, de forma ágil e simplificada, ficando evidente que dois fatores influenciaram fortemente os resultados: (i a segmentação multirresolução associada à possibilidade de se manipular a contribuição de cada variável, pois permitiu a elaboração de estratégias de segmentação mais adequadas aos dados utilizados e às classes geomorfológicas mapeadas; e (ii a seleção do conjunto amostral, pois tal tarefa possui uma relação direta na capacidade do minerador de dados definir parâmetros mais eficazes para a classificação do relevo. Vale ressaltar que a classificação geomorfológica por meio da análise de imagem orientada a objeto se destaca dos métodos convencionais devido a sua capacidade de classificação em diferentes níveis e sua rede hierárquica semântica, onde cada classe pode ser dividida em subclasses, adequando-se bem ao mapeamento geomorfológico taxonômico proposto. Por fim, destaca-se que, apesar do grande avanço no mapeamento por meio da OBIA e da mineração de dados, o conhecimento do intérprete sobre o conteúdo a ser mapeado continua a ser imprescindível para os procedimentos de classificação adotados.

  20. Os direitos dos usuários da saúde em casos de infecção hospitalar

    OpenAIRE

    Sousa,Cristina Maria Miranda de; Alves,Maria do Socorro da Costa Feitosa; Moura,Maria Eliete Batista; Silva,Antonia Oliveira

    2008-01-01

    O estudo objetivou apreender as Representações Sociais dos direitos dos usuários da saúde em casos de Infecção Hospitalar. Pesquisa exploratória com 28 profissionais da saúde e do direito de um hospital público de Teresina-PI. Os dados foram produzidos através de entrevistas e processados pelo software Alceste 4.8. Os resultados apontaram ancoragens sociais, psicológicas e psicossociológicas das representações da infecção hospitalar, objetivadas por imagens negativas e positivas, dimensionada...

  1. UMA PERSPECTIVA DOS PROBLEMAS DE ALOCAÇÃO DE HORÁRIOS ESCOLARES SOB A ÓTICA DA BIBLIOMETRIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Missi Xavier

    2014-04-01

    Full Text Available Tendo em vista que empresas de todos os portes e dos mais variados setores vêm adotando o modelo de CSC, com o objetivo de prestar serviços de alta qualidade à empresa, com custos otimizados. O presente estudo tem por objetivo desenvolver uma metodologia que permita de maneira simplificada avaliar o nível de desempenho dos serviços prestados por Centro de Serviços Compartilhados (CSC. Embasando-se na literatura sobre as ca