WorldWideScience

Sample records for solo argiloso da

  1. A influência da viscosidade dos solos argilosos na consolidação do dique nº 3 da Represa de Lebrija

    OpenAIRE

    Tomás, André Filipe Cardoso

    2015-01-01

    Dissertação de mestrado, Engenharia Civil (Construção), Instituto Superior de Engenharia, Universidade do Algarve, 2014 O propósito desta dissertação é a análise da viscosidade nos solos argilosos e a sua influência na consolidação dos solos brandos da fundação do Dique Nº3 da Represa de Lebrija. A perceção desse fenómeno será averiguada por confrontação de dados reais recolhidos neste caso de obra, com os obtidos por simulação numérica, proporcionando assim, uma melhor compree...

  2. Análise física de um solo argiloso cimentado e contaminado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Rojas

    2017-08-01

    Full Text Available Este trabalho tem por objetivo analisar a influência da quantidade de cimento, da porosidade, da umidade de moldagem e do contaminante sobre o comportamento físico de um solo argiloso artificialmente cimentado. O programa experimental consistiu em caracterizar os materiais utilizados e analisar fisicamente a mistura solo-cimento-contaminante, através de ensaios de resistência à compressão simples. O contaminante utilizado nesta pesquisa foi o resíduo borra oleosa ácida, oriundo de uma refinaria que realiza o re-processamento de óleos lubrificantes. Para a obtenção dos parâmetros de moldagem (peso específico máximo seco e umidade ótima do solo natural e das misturas solo/cimento e solo/cimento/contaminante, foram realizados ensaios de compactação com energia Proctor normal, intermediária e modificada. Os resultados, quanto à caracterização, apresentaram um material argiloso, oriundo de rochas riodacitos; quanto à resistência à compressão simples observou-se que a quantidade de cimento exerceu um efeito de acréscimo de resistência do material. Verificou-se que o aumento da massa específica aparente seca influenciou no ganho de resistência para um mesmo teor de cimento adotado, sendo que o acréscimo de resistência foi maior para teores de 20% de cimento, quando comparado com teores de 5%. Concluiu-se que a quantidade de cimento e a diminuição da porosidade ocorrida pela maior densificação influenciam em ganho de resistência e menor consumo de cimento. A variação de umidade de moldagem, mantendo-se constante o peso específico aparente seco, afetou a resistência à compressão simples do solo cimentado contaminado.

  3. Extratores de fósforo em solos da Amazônia tratados com fertilizantes fosfatados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. C. Brasil

    1997-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a disponibilidade de fósforo em amostras de solos representativos da Amazônia, desenvolveu-se um experimento em casa de vegetação do Centro de Energia Nuclear na Agricultura, Piracicaba (SP, de outubro de 1993 a março de 1994, utilizando-se amostras da camada superficial de cinco solos (LA-médio, LA-argiloso, LA-muito argiloso, PV-argiloso e PV-muito argiloso. Foram usados, como fontes de P, superfosfato triplo, termofosfato yoorin em pó, termofosfato yoorin semi-acabado e fosfato natural da Carolina do Norte, nas doses de P equivalentes a 0, 40, 80 e 120 mg kg-1 de solo. Caupi e arroz foram usados como plantas-testes, e os resultados de produção de matéria seca e de P acumulado na parte aérea foram correlacionados com os de teores de P nas amostras de cada solo. A extração de P foi efetuada por meio dos métodos da resina trocadora de ânions, Mehlich-1, Mehlich-3 e Bray-I. Os resultados obtidos demonstraram que o extrator Mehlich-1 extraiu grandes quantidades de fósforo nos tratamentos com fosfato natural da Carolina do Norte. Independentemente da fonte de fósforo utilizada, o extrator Mehlich-3 apresentou as melhores correlações com o caupi e o arroz. Os extratores Mehlich-3 e Bray-I apresentaram maior sensibilidade às variações de solo. O extrator Mehlich-3 mostrou-se adequado na avaliação da disponibilidade de fósforo para as plantas, em diferentes condições de solos e fontes de fósforo.

  4. Extratores para avaliação da disponibilidade de metais pesados em solos adubados com vermicomposto de lixo urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mantovani José Ricardo

    2004-01-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram selecionar extratores químicos para avaliação da disponibilidade de metais pesados em solos tratados com vermicomposto de lixo urbano e calcário, e verificar os efeitos destes insumos nos teores disponíveis de metais pesados em solos. Foram realizados dois ensaios em casa de vegetação. Em um deles, foi usado um Latossolo Vermelho distroférrico e, no outro, um Argissolo Vermelho-Amarelo eutrófico, e, em ambos, a alface foi utilizada como planta-teste. O delineamento experimental de cada experimento foi em blocos ao acaso, em esquema fatorial 5x5, com quatro repetições, combinando-se doses de corretivos da acidez para elevar a saturação por bases a 40%, 50%, 60%, 70% e 80%, e o equivalente a 0, 25, 50, 75 e 100 t ha-1 de vermicomposto. Os extratores DTPA e Mehlich 3 detectam aumento nos teores de Ni, Pb, Cu e Zn em solos argiloso e arenoso adubados com vermicomposto de lixo urbano. O DTPA é mais eficiente que os extratores Mehlich 1 e Mehlich 3 na avaliação das alterações nos teores disponíveis dos metais pesados provocadas pelas mudanças no pH no solo argiloso. O Mn é o único elemento cuja disponibilidade é avaliada eficientemente tanto no solo argiloso como no arenoso, pelo DTPA.

  5. Estabilização de solos com adição de cal : um estudo a respeito da reversibilidade das reações que acontecem no solo após a adição de cal

    OpenAIRE

    Azevedo, André Luis Cairo de

    2010-01-01

    Visando ampliar o conhecimento sobre a estabilização dos solos com adição de cal, este estudo pretende demonstrar que as reações do solo argiloso com cal podem ser reversíveis. Esta análise simula uma mistura de solo e cal sendo executada inicialmente numa usina, quando do início da obra, antes mesmo da terraplenagem concluída, armazenada durante um período de tempo determinado e posteriormente sendo executada como camada de pavimento. Para isso foram feitos moldados corpos de prova com amost...

  6. Relações material de origem / solo e pedogênese em uma seqüência de solos predominantemente argilosos e Latossólicos sobre psamitos na depressão periférica Paulista: Paulo State Peripheral Depression, southeastern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P. Vidal-Torrado

    1999-06-01

    Full Text Available Na região da Depressão Periférica Paulista, estudaram-se os solos em uma encosta representativa das baixas colinas com relevo suave ondulado e lançantes longos do baixo vale do rio Piracicaba. Após intensas observações de campo, foram amostrados cinco pedons, assentados em rochas psamíticas da formação Itararé (Carbonífero-Permiano. Quatro apresentaram características latossólicas e textura argilosa e um, interposto na porção superior da meia encosta, textura média e B textural. Com observações de campo, estratigráficas, macro e micromorfológicas e da mineralogia da argila, concluiu-se que grande parte do material de origem dos pedons Latossólicos argilosos proveio do retrabalhamento de um sedimento neocenozóico argiloso, previamente bastante intemperizado, com remanescentes semelhantes, hoje ocupando preferencialmente as superfícies cimeiras locais, e sem aparente filiação com as rochas psamíticas subjacentes. Deduziu-se que as características latossólicas dos solos da meia encosta e do sopé foram herdadas de idêntico material. No terço inferior da encosta, ocorreu um Bt, relativamente pouco espesso, interpretado como produto de transformação do transportado Bw, principalmente por mecanismos de argiluviação que coalescem os antigos microagregados tipicamente Latossólicos. O mais provável material de origem do Podzólico Vermelho-Amarelo Latossólico textura média/argilosa no terço superior da meia encosta, foi considerado como derivado, em grande parte, de sedimento correlativo a um antigo e elevado depósito aluvial correspondente a um nível de terraço do rio Piracicaba, hoje quase totalmente reafeiçoado.

  7. Diversidade microbiana e biodegradação de hidrocarbonetos de petróleo em solos da ilha da trindade submetidos à bioestimulação

    OpenAIRE

    Camacho Montealegre, Celia Marcela

    2014-01-01

    Esse estudo analisou a diversidade microbiana de solos rizosféricos de duas espécies vegetais, Bulbostylis nesiotis (Hemsl.) C.B.Clarke e Cyperus atlanticus (Hemsl.), em dois tipos de solo (um franco-arenoso e um argiloso), provenientes de dois pontos de coleta da Ilha da Trindade - Brasil, durante um experimento de biorremediação em microcosmos. O experimento consistiu num fatorial com dois níveis (Presença/Ausência), dois fatores (Petróleo e Fertilização com NPK) e três repetições, num deli...

  8. DRENAGEM SUPERFICIAL DE SOLOS ARGILOSOS DO NORTE DO PARANÁ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Teixeira de Faria

    1999-08-01

    Full Text Available RESUMO Foi avaliado o desempenho de práticas de drenagem superficial e cobertura morta em uma área de várzea do norte do Paraná. Antes e após o cultivo do arroz, foram comparadas as taxas de drenagem em tratamentos com e sem drenos torpedo e determinadas a vazão e a obstrução dos condutos. Sob o cultivo do feijoeiro, foram avaliados os efeitos dos drenos torpedo e de "camas" na drenagem e de cobertura morta (palha de arroz na retenção de água do solo. Os resultados indicaram que os drenos torpedo foram mais eficientes se construídos com solo menos úmido, porém sua longevidade foi menor que um ano. Sob o feijoeiro, os drenos torpedo e cobertura morta mantiveram o lençol freático mais profundo e o solo com menor tensão de umidade, mas esses efeitos ocorreram abaixo da zona radicular (15 cm, resultando em baixa produtividade.

  9. Comportamento resiliente de um solo argiloso da região de Viçosa-MG no estado natural e estabilizado com cimento e alcatrão fracionado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sant'Anna Giovanni Levi

    2003-01-01

    Full Text Available A importância do estudo das características resilientes dos solos e das misturas estabilizadas quimicamente justifica-se pela necessidade de conhecer o seu comportamento mecânico, sob a ação de cargas repetidas e transientes, quando constituintes do pavimento de estradas florestais. O método tradicional de determinação do módulo de resiliência, em laboratório, requer o emprego de um equipamento triaxial de cargas repetidas, que é relativamente complexo e caro, o que leva à necessidade de se desenvolver métodos mais simples para determinação do módulo de resiliência. Assim, buscou-se com este trabalho determinar o módulo de resiliência de um solo argiloso comum na região de Viçosa-MG em seu estado natural e quando estabilizado com cimento e alcatrão, como também propor correlações empíricas entre este e outros parâmetros geotécnicos de fácil obtenção em laboratório.

  10. Indicadores biológicos de dois solos com a incorporação de subproduto da agroindústria de café

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karoline de Melo Padilha

    2014-10-01

    Full Text Available A adição de subprodutos orgânicos ao solo pode ocasionar mudanças na dinâmica da matéria orgânica dele, influenciando a atividade e utilização do carbono pelos microrganismos presentes nele. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da aplicação de doses crescentes de subproduto da agroindústria de café nos atributos biológicos de dois solos com textura distinta, em diferentes tempos de incubação. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 2 × 8, sendo dois solos e oito doses de subproduto de café, com cinco repetições. Foram realizadas coletas de subamostras dos solos aos 30, 60, 90 e 125 dias após a incorporação do subproduto nesses. Nessas datas foram avaliados o carbono microbiano (C-CBM, a respiração basal microbiana (RBM e o carbono orgânico total (COT. A adição do subproduto do café proporcionou aumentos nos valores de C-CBM, C-CO2 e COT dos dois solos utilizados. A maior atividade microbiana ocorreu no período de 30 dias, com maior liberação de C-CO2; o COT foi superior no solo argiloso por ele permitir maior proteção dos compostos orgânicos à decomposição pelos microrganismos.

  11. Formas de potássio em solos representativos do Estado da Paraíba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jailma dos Santos de Medeiros

    Full Text Available Os solos do Estado da Paraíba apresentam grande diversidade de características químicas, físicas e mineralógicas, acarretando em variações nos teores e formas de K disponíveis no solo. Objetivou-se com este trabalho avaliar os teores de K não-trocável, K trocável e K solúvel em doze solos do Estado da Paraíba, na ausência e na presença de fertilização potássica, e correlacioná-los com as características químicas, físicas e mineralógicas desses solos. O estudo constou de 60 tratamentos, sendo 12 solos e cinco doses de K (0; 50; 100; 200 e 300 mg dm-3 na forma de cloreto de potássio, com três repetições. Após receberem os tratamentos, os solos foram incubados por um período de 21 dias, e em seguida, uma sub-amostra de 0,2 dm³ de cada solo foi retirada para determinação dos teores de K não-trocável, K trocável e K solúvel. Os solos formados sob clima semiárido foram os solos que apresentaram as maiores reservas de K não-trocável. Solos com maior proporção de mica e minerais do tipo 2:1 na fração argila apresentaram os maiores teores de K não-trocável e K trocável. Independente do grupo de solos, os teores de silte apresentaram correlação elevada com os teores de K não-trocável e de K trocável. Nos solos mais desenvolvidos, não foi evidenciada fixação de K proveniente do fertilizante. Porém, nos solos menos desenvolvidos, a fixação de K ficou evidenciada pela pequena quantidade de K recuperada pelo extrator acetato de amônio nos solos mais argilosos e, principalmente, naqueles com predominância de minerais do tipo 2:1 e mica.

  12. Rizoremediação de pentaclorofenol em um solo argiloso por sphingomonas chlorophenolica ATCC 39723 Pentachlorophenol rhizoremediation in a loamy soil by sphingomonas chlorophenolica ATCC 39723

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosemeri I. Dams

    2007-12-01

    Full Text Available O principal objetivo deste trabalho foi estudar a degradação de PCP por Sphingomonas chlorophenolicaem solo argiloso na presença e ausência de trigo. As concentrações de PCP foram determinadas através de Análises de Alta Performance de Cromatografia Líquida. Os efeitos tóxicos de PCP foram estudados através do monitoramento do crescimento das plantas. A biodegradação de PCP por S. chlorophenolica foi acompanhada por testes de bioluminescência de Escherichia coli HB101 pUCD607 e contagens bacterianas no solo e nas raízes. A degradação de PCP ocorreu de forma mais rápida no solo plantado e inoculado quando comparada ao solo sem plantas. Houve um aumento significativo nas populações dos organismos testados nas raízes quando comparadas com as populações presentes no solo. O monitoramento do crescimento da planta mostrou o papel protetor exercido pela S.chlorophenolica contra a toxicidade do PCP.The main objective of this study was study the PCP degradation by Sphingomonas chlorophenolica in a loamy soil in the presence and absence of plants (Winter wheat. Measurements of PCP concentrations were carried out in a laboratory basis using High performance liquid chromatography analysis (HPLC. The toxic effect of PCP on plants was studied through the monitoring of the plant growth. The biodegradation of PCP by S. chlorophenolica in soil was assessed with a bioluminescence assay of Escherichia coli HB101 pUCD607 and bacterial analyses in roots and soil. The planted and inoculated soil showed a faster degradation when compared to the inoculated soil without plants. There was a significative increase in the populations of the organisms tested in the roots when compared to the soil. The monitoring of the plant growth showed a protective role of S. chlorophenolica against the toxicity of PCP in the loamy soil.

  13. SOLOS GERADOS A PARTIR DO INTEMPERISMO DE CROSTAS LATERÍTICAS SÍLICO-FERRUGINOSAS

    OpenAIRE

    HORBE, Adriana Maria Coimbra; COSTA, Marcondes Lima da

    1997-01-01

    A porção superior de dois perfis lateriticos localizados nos balneáreos de Outeiro e Mosqueiro, no município de Belém (Pará-Brasil), é constituída pela crosta sílico-ferruginosa e seus fragmentos de crosta, com material areno-argiloso sobreposto formando o solo. A estrutura colunar preservada, o grau de arredondamento crescente dos fragmentos e a composição mineralógica e química demonstram que há uma passagem gradacional entre a crosta, fragmentos e o solo dos dois perfis. Assim, é possível ...

  14. Provas de carga horizontal em estacas escavadas a trado mecânico em solo colapsível da região de Londrina, Estado do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Gonçalves Miguel

    2001-05-01

    Full Text Available No Campo Experimental de Engenharia Geotécnica (CEEG da Universidade Estadual de Londrina (UEL, Estado do Paraná, onde o perfil do subsolo se apresenta com uma camada superficial de solo argiloso, poroso e colapsível, com consistência de mole a média, foram realizadas e analisadas quatro provas de carga horizontal em pares de estacas escavadas a trado mecânico, com a finalidade de se obter o coeficiente de reação horizontal do solo (nh e sua variação quanto ao efeito da colapsibilidade. Os resultados das provas de carga horizontal são apresentados através das curvas carga versus deslocamento horizontal do solo, em duas condições: sem inundação e com pré-inundação por 48 horas. O efeito da colapsibilidade do solo é analisado pela redução da capacidade de carga horizontal, determinada pela comparação entre as cargas de ruptura e de colapso obtidas nessas provas de carga. Os resultados das provas de carga permitiram também determinar as curvas do coeficiente de reação horizontal (nh versus o deslocamento horizontal junto à superfície do terreno (yo, considerando a rigidez à flexão da estaca constante com a fissuração do concreto. Na determinação dos valores médios de (nh, foram considerados os intervalos de (yo de 6 a 12 mm (solo não inundado e de 12 a 18 mm (solo inundado

  15. Equipamento para extração de amostras indeformadas de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. A. Teixeira

    2000-12-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo desenvolver um equipamento para coletar amostras indeformadas de solo de 75 mm de diâmetro a uma profundidade de até 0,60 m, bem como avaliar a qualidade das amostras retiradas. O amostrador foi constituído por um tubo de PVC, acondicionado dentro de um tubo cravador de alumínio equipado com uma ponteira de aço, formando um conjunto sem movimento rotativo. Envolveu este conjunto uma rosca-sem-fim, equipada com três lâminas de corte na sua extremidade. O conjunto foi adaptado a um veículo especificamente projetado para o tráfego no campo (VAS - Veículo Amostrador de Solo. As amostras obtidas pelo VAS foram comparadas com as testemunhas, obtidas pelo método do bloco da parafina, por meio de testes laboratoriais, para verificar a ocorrência de alterações estruturais. Os testes foram: inspeção visual, densidade do solo, ensaio de compressão triaxial rápido e ensaio de adensamento. As amostras obtidas pelo VAS em solo argiloso (Latossolo Roxo apresentaram confiabiliade (95% dos valores de densidade do solo, características de resistência à compressão e adensamento iguais à testemunha. O equipamento mostrou-se prático, versátil e adequado para retirar amostras de solos argilosos, sendo a qualidade das amostras semelhante à obtida pelos métodos tradicionais de extração do anel volumétrico e de bloco de solos. O equipamento desenvolvido pode ser útil na coleta de dados para mapeamento de solos, com o auxílio de uma antena de GPS.

  16. Comportamento à compressão de solo estabilizado com cimento utilizado em colunas de DEEP Soil Mixing

    OpenAIRE

    Geraldo Vanzolini Moretti

    2012-01-01

    Resumo: Apresenta-se neste trabalho o estudo comportamento à compressão não confinada de um solo argiloso aluvionar estabilizado segundo a metodologia Deep Soil Mixing (DSM). Esta técnica consiste no tratamento de solos moles através da mistura deste com agentes químicos estabilizantes, podendo-se utilizar cal e/ou cimento. Para a condução deste trabalho foram executadas colunas de DSM sob um aterro rodoviário localizado no nordeste do Brasil, com aproximadamente 300m de extensão. O sítio de ...

  17. Aspectos da produtividade do feijão correlacionados com atributos físicos do solo sob elevado nível tecnológico de manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Montanari

    2010-12-01

    Full Text Available No ano agrícola de 2006/07, no município de Selvíria (MS, foi analisada a produtividade do feijão em função de alguns atributos físicos de um Latossolo Vermelho distroférrico, cultivado nas condições de elevado nível tecnológico de manejo pelo sistema plantio direto irrigado com pivô central. O objetivo foi selecionar, entre os atributos pesquisados do solo, aquele com a melhor representatividade para explicar a variabilidade da produtividade agrícola. Foi instalada a malha geoestatística, para a coleta de dados do solo e da planta, com 117 pontos amostrais, numa área de 2.025 m² e declive homogêneo de 0,055 m m-1. Do ponto de vista linear e espacial, a produtividade de feijão foi explicada em função da densidade de partículas e da umidade gravimétrica do solo, respectivamente. Assim, os valores de densidade de partículas entre 1,95 e 2,20 kg dm-3 e de umidade gravimétrica entre 0,205 e 0,239 kg kg-1; ambas coletadas na camada intermediária, resultaram em sítios com as mais elevadas produtividades (2.200-2.600 kg ha-1. Entretanto, para as condições do elevado nível tecnológico de manejo empregado, a produtividade média do feijão não atingiu seu máximo potencial, uma vez que o agravado estado de compactação no qual o solo se encontrava proporcionou à produtividade redução de 26,6 %. Dessa forma, os valores médios da densidade do solo e da resistência do solo à penetração, respectivamente nas faixas de 1,36-1,41 kg dm-3 e de 1,56-3,24 MPa, típicos de solos argilosos compactados, atestaram a substancial queda da produtividade de grãos de feijão.

  18. Uso do radar penetrante no solo (GPR na investigação dos solos dos tabuleiros costeiros no litoral norte do estado da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. M. Ucha

    2002-06-01

    Full Text Available Foram estudados nove perfis ao longo de uma toposseqüência sobre os sedimentos do Grupo Barreiras, na Fazenda Rio Negro, município de Entre Rios (BA, utilizando a prospecção eletromagnética por meio do Radar Penetrante no Solo - "Ground-penetrating radar - GPR", objetivando analisar a utilização dessa ferramenta na aquisição de informações sobre as feições que ocorrem no solo, mediante a comparação entre os radargramas obtidos e a descrição pedológica. O equipamento utilizado foi um Geophysical Survey System modelo GPR SR system-2, com antena de 80 MHz. A análise radargramétrica confirmou o aparecimento dos fragipãs e duripãs em profundidade, que ocorrem sempre acompanhados de um processo de transformação dos solos do tipo Latossolo Amarelo e Argissolo Amarelo em Espodossolo. Os padrões de reflexão mostram claramente os domínios dos solos argilosos e dos solos arenosos, com e sem a presença dos horizontes endurecidos.

  19. MODIFICAÇÕES NA ESTABILIDADE DE AGREGADOS NO SOLO DECORRENTES DA INTRODUÇÃO DE PASTAGENS EM ÁREAS DE CERRADO E FLORESTA AMAZÔNICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Márcia Longo

    1999-12-01

    Full Text Available RESUMO Com o presente trabalho objetivou-se avaliar os impactos decorrentes da remoção das coberturas originais e seu posterior uso agrícola tomando-se, para tanto, duas distintas condições fisiográficas brasileiras - cerrado e floresta amazônica, tendo como atributos primordiais de análise as modificações da estrutura/agregação dos solos. As áreas selecionadas para as investigações foram Porto Velho, RO (floresta e Senador Canedo, GO (cerrado de ocorrência de Latossolos argilosos, cujas amostras foram coletadas ao longo de transeções contendo 24 pontos (pequenas trincheiras de 60 cm de profundidade, 12 sob vegetação natural (floresta e cerrado e 12 sob pastagem plantada, em cada uma das áreas de estudo; em seguida, estas foram analisadas quanto à distribuição e estabilidade de agregados em água. Verificou-se diminuição acentuada no diâmetro médio dos agregados (DMP no sentido vegetação natural-pastagem, sendo mais pronunciada na região do cerrado; de maneira geral, os maiores valores foram observados na região amazônica em que a remoção da cobertura vegetal original promoveu efeitos negativos sobre os atributos dos solos estudados, notadamente sobre a estrutura/agregação dos mesmos, mostrando a fragilidade dos solos dos ecossistemas brasileiros, quando submetidos ao cultivo.

  20. Profundidade e atributos físicos do solo e seus impactos nas raízes de bananeiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alan Antônio Miotti

    2013-06-01

    Full Text Available A bananeira pode ter sua produção prejudicada se cultivada em solos com restrições físicas. O objetivo deste trabalho foi verificar se os atributos físicos de solos rasos comprometem as raízes das plantas de bananeira. O estudo foi realizado na Chapada do Apodi (CE, onde foram comparados solos com duas profundidades efetivas: raso (profundidade aproximada de 0,57 m, mais arenoso e profundo (profundidade aproximada de 1,16 m, mais argiloso e seis profundidades de coleta de solo e de raízes (0-10;10-20;20-30; 30-40; 40-50 e 50-60 cm. Nas amostras de solo, foram determinados os seguintes atributos físicos: curva de retenção de água, densidade do solo, porosidade, granulometria e densidade de partículas. A resistência do solo à penetração (RP foi avaliada no campo, utilizando-se de penetrômetro de impacto, com cinco repetições até 60 cm de profundidade. Para o estudo de raízes, as amostras foram coletadas com sonda e, por meio da análise de imagens de raízes lavadas, foram determinados: comprimento, área e volume total, e classes de diâmetro. O solo mais profundo e argiloso apresentou maior microporosidade e porosidade total, o que contribuiu para maior retenção de água. Valores de densidade do solo e de partículas foram maiores em duas camadas do solo raso, bem como a RP que atingiu o valor de 5,1 MPa. O desenvolvimento das raízes das bananeiras foi favorecido no solo profundo, no qual foram encontradas raízes mais espessas (2,2 a 6,6 mm e mais finas (0,68 a 0,79 mm, contribuindo com a sustentação das plantas e com a absorção de água e nutrientes.

  1. Efeito residual de herbicidas aplicados em pré-emergência em diferentes solos Residual effect of herbicides applied in pre-emergence in different soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.H. Inoue

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi monitorar o efeito residual dos herbicidas ametryne, clomazone e diuron, aplicados em pré-emergência, utilizando amostras de um Neossolo Quartzarênico e de um Latossolo Vermelho, com texturas e composições contrastantes. Para isso, foram conduzidos seis bioensaios em casa de vegetação, com amostras de um Neossolo Quartzarênico (textura arenosa e de um Latossolo Vermelho (textura argilosa. Foi avaliado o efeito residual de ametryne (0, 1,60 e 2,40 kg ha-1, clomazone (0, 0,90 e 1,10 kg ha-1 e diuron (0, 1,60 e 3,20 kg ha-1, por meio de semeadura de bioindicador previamente selecionado (Cucumis sativus ou Brachiaria decumbens aos 0, 25, 50, 75 e 100 dias após a aplicação (DAA. Verificou-se que ametryne proporcionou 80% de controle até os 40 DAA, independentemente do solo e da dose. O clomazone apresentou efeito residual satisfatório quando aplicado na dose recomendada em solo argiloso, mantendo o controle acima de 80% até os 71 DAA. Em solo arenoso, o controle não foi satisfatório já aos 25 DAA, mesmo na dose recomendada para solo argiloso. Diuron apresentou alta estabilidade em solo argiloso, observando-se controle superior a 91% até os 100 DAA na dose recomendada e controle acima de 80% até os 54 DAA na dose recomendada para solo arenoso. No entanto, em solo arenoso não houve aumento do efeito residual, mesmo com a aplicação da dose recomendada para solo argiloso.The objective of this work was to monitor the residual effect of the herbicides ametryne, clomazone and diuron, applied in pre-emergence, using Psament and Red Latosol with contrasting texture and composition. Thus, six experiments were conducted under greenhouse conditions with samples of Psament (sandy texture and Red Latosol (clay texture. The residual effect of ametryne (0, 1.60 and 2.40 kg ha-1, clomazone (0, 0.90 and 1.10 kg ha-1 and diuron (0, 1.60 and 3.20 kg ha 1 was evaluated by sowing the test plant (Cucumis sativus or

  2. Volatilização de N-NH3 em decorrência da forma de aplicação de uréia, manejo de resíduos e tipo de solo, em laboratório

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sangoi Luís

    2003-01-01

    Full Text Available A volatilização de amônia (NH3 é a principal perda de nitrogênio (N responsável pela baixa eficiência da uréia aplicada na superfície do solo. Este trabalho objetivou avaliar os efeitos do modo de aplicação da uréia e da forma de manejo dos resíduos de aveia preta sobre a volatilização de amônia, em dois solos com diferentes teores de argila e matéria orgânica, sob condições de laboratório. Foram conduzidos dois experimentos num Nitossolo Vermelho (NV e num Neossolo Quartzarênico (NQ, contendo 520 e 50g kg-1 de argila, respectivamente. Os tratamentos consistiram de três formas de manejo do fertilizante nitrogenado (sem N, uréia aplicada na superfície e uréia incorporada ao solo e três métodos de manejo dos resíduos de aveia (sem palha, palha aplicada na superfície e palha incorporada ao solo. Utilizou-se o equivalente a 4,0mg ha-1 de palha e 255kg ha-1 de N. As unidades experimentais foram constituídas por colunas de PVC, contendo 1,47kg de solo argiloso e 2,1kg de solo arenoso. As colunas foram hermeticamente vedadas e a parte superior foi conectada, através de uma mangueira plástica, a frascos coletores com ácido sulfúrico. A quantidade de N-NH3 volatilizada foi determinada por arraste de vapor, em diferentes períodos, após a implantação do experimento. A aplicação superficial da uréia proporcionou maior volatilização de N-NH3 do que sua incorporação, nos dois solos. A manutenção da palha sobre a superfície do solo estimulou a perda de N-NH3 no solo arenoso, independentemente da forma de aplicação da uréia ao solo. A perda de N-NH3 foi numericamente maior e o período de máxima volatilização ocorreu antes no NQ, provavelmente devido ao menor teor de argila, à matéria orgânica e à menor capacidade de troca de cátions, relativamente ao NV.

  3. Método Walkley-Black na determinação da matéria orgânica em solos contaminados por chorume Walkley-Black method for organic matter determination in soils contaminated by leachate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cibele M. B. Leite

    2004-04-01

    Full Text Available O presente trabalho enfatiza o estudo de verificação sobre a potencialidade do método titulação após oxirredução por via úmida (Walkley-Black para determinação da matéria orgânica em amostras de solo contaminadas por chorume de resíduos sólidos domésticos. A contaminação das amostras de solo foi realizada em laboratório, utilizando-se chorume com elevada carga orgânica (DQO entre 36.000 a 110.000 mg L-1 e dois solos argilosos inorgânicos similares, caracterizados como Latossolo Vermelho (carbono orgânico inferior a 1,4%. Os resultados mostraram que o método Walkley-Black apresentou potencial para determinação da matéria orgânica proveniente da contaminação do solo com chorume. Para as amostras de solo estudadas, foram obtidos coeficientes de correlação dos valores esperados e dos valores encontrados da matéria orgânica, na faixa de 0,95 a 0,97.The present work is related to the study of potentialities of wet oxidation-redox titration (Walkley-Black method for organic matter determination in soil samples contaminated by leachate from domestic solid wastes. The soil contamination by leachate was obtained experimentally, using leachate with high organic load (chemical oxygen demand ranging between 36.000 to 110.000 mg L-1 and two similar inorganic clay soils (organic carbon contents less than 1,4%, classified as Red Latosol. The results showed that Walkley-Black method has potential for organic matter determination in inorganic clay soil samples contaminated by leachate from domestic solid wastes. The correlation coefficients between expected and determined values ranged from 0.95 to 0.97 in soil samples studied.

  4. Resposta da soja e do eucalipto ao aumento da densidade do solo e a doses de fósforo Soybean and eucalyptus response to increased soil density and phosphorus doses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Aurélio Vitorino Ribeiro

    2010-08-01

    Full Text Available O uso agrícola e o manejo de solos de Cerrado frequentemente causam sua compactação, reduzindo sua porosidade e disponibilidade de água e nutrientes, com efeito negativo sobre o crescimento e o desenvolvimento das culturas. O presente trabalho teve por objetivo avaliar os efeitos da densidade do solo e de doses de P no crescimento da soja e do eucalipto em solos com diferentes texturas: um Latossolo Vermelho (LV muito argiloso e outro Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA textura média. Em vasos plásticos de 1,8 L, com 1,6 dm³ de solo, foram testadas, para o LV, as densidades de 0,90, 1,10 e 1,30 kg dm-3 e as doses de 0, 100, 200, 400 e 800 mg dm-3 de P, e para o LVA, as densidades de 1,30, 1,50 e 1,70 kg dm-3 e as doses de 0, 75, 150, 300 e 600 mg dm-3 de P. As plantas de soja e de eucalipto foram colhidas 40 e 80 dias após a semeadura, respectivamente. Foram avaliadas: matéria seca da parte aérea (MSPA e de raízes (MSR, acúmulo de P na MSPA (P-PA e MSR (P-R, nas duas espécies, e altura do eucalipto. Os resultados mostraram que o aumento da densidade do solo influenciou negativamente no crescimento da soja e do eucalipto, especialmente no solo LV e nas maiores doses de P; a resposta das plantas às doses de P aplicadas foi menor com o aumento da densidade do solo; e o aumento da densidade foi mais prejudicial ao crescimento do eucalipto - espécie mais eficiente na recuperação do P aplicado aos solos. De modo geral, o efeito negativo do aumento da densidade dos solos sobre a produção de MSPA das espécies, nas doses menores de P, é compensado quando as maiores doses de P são aplicadas.Agriculture and soil management in the Cerrado can cause soil compaction, resulting in decreased porosity and water and nutrient availability, with a negative impact on plant growth and development. The objective of this study was to evaluate the effect of soil density and phosphorus doses (P on soybean and eucalyptus grown in two Cerrado oxisols with

  5. Sistema radicular de plantas cítricas e atributos físicos do solo em um Latossolo argiloso submetido à escarificação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bordin Ivan

    2005-01-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo avaliar a influência da escarificação sobre atributos físicos do solo e sobre a distribuição do sistema radicular do limão ?Cravo? (Citrus limonia Osb sob copa de laranja ?Pêra? (Citrus sinensis L. Osb. Foram abertas quatro trincheiras para cada tratamento (entrelinha escarificada e entrelinha não escarificada avaliando-se distribuição das raízes na linha e entrelinha até a profundidade de 1,0 m pelo Sistema Integrado de Análise de Raízes e Cobertura do Solo (SIARCS 3.0. A porosidade total e a densidade do solo foram avaliadas em três profundidades (0,000-0,125; 0,125-0,250 e 0,25-0,375 m em três posições: linha, centro da entrelinha e limite da copa na entrelinha. Três anos depois da escarificação não se detectou alteração para a densidade e a porosidade total do solo nas entrelinhas do pomar e a quantidade de raízes, independentemente da profundidade e posição em relação à planta.

  6. Microwave oven use for soil moisture content determination in different soils / Uso do forno de microondas na determinação da umidade em diferentes tipos de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Gabriel Filho

    2008-08-01

    teores de umidade inicial e a massa de solo não influenciaram o processo. Os valores de k nas equações de regressão indicaram que o processo de secagem no forno de microondas tem maior efeito sobre solos argilosos em relação àqueles arenosos. O forno de microondas pode ser empregado na determinação da umidade em solos, ocasionando significativa economia de tempo.

  7. Manejo da fertirrigação e controle da salinidade do solo sob ambiente protegido, utilizando-se extratores de solução do solo

    OpenAIRE

    Dias,Nildo da S.; Duarte,Sergio N.; Gheyi,Hans R.; Medeiros,José F. de; Soares,Tales M.

    2005-01-01

    Com o objetivo de avaliar o uso de extratores de soluções do solo no auxílio ao manejo da fertirrigação e no controle da salinidade em solo cultivado com melão rendilhado, conduziu-se um estudo em ambiente protegido na área experimental do Departamento de Engenharia Rural da ESALQ/USP, localizada no município de Piracicaba, SP. Os tratamentos se compunham da combinação de dois fatores: 6 níveis de salinidade inicial do solo (S1 = 1,0; S2 = 2,0; S3 = 3,0; S4 = 4,0; S5 = 5,0 e S6 = 6,0 dS m-1) ...

  8. Desempenho de semeadoras-adubadoras de soja em Latossolo Vermelho muito argiloso com palha intacta de milho Performance of soybean seed drills in Oxisol with intact corn straw

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo G. Aratani

    2006-06-01

    Full Text Available Como a dificuldade da semeadura da soja sob grande quantidade de palha do milho safrinha intacta, sem a fragmentação ou incorporação dos resíduos, em solos muito argilosos, tem desmotivado a utilização do sistema plantio direto pelos agricultores da região paulista do Médio Paranapanema, objetivou-se, com este trabalho, comparar o desempenho quanto ao embuchamento, bem como avaliar a qualidade da semeadura entre semeadoras-adubadoras original e adaptada, na cultura da soja. O sistema modificado proporcionou menor número de paradas do conjunto trator-semeadora, em função de embuchamento. As freqüências de solo exposto e profundidades de deposição da semente e do sulco em ambas as semeadoras e, ainda, o número de plantas emergidas para a semeadora-adubadora modificada, apresentaram diferença significativa entre as linhas de semeadura. O desempenho das duas semeadoras-adubadoras avaliadas não foi satisfatório quanto à largura de revolvimento do solo e à uniformidade da profundidade de deposição da semente.Soybean sowing under great amount of intact residues of off-season maize, without cutting or incorporation of residues in highly clayey soils has discouraged the farmers to adopt no-tillage (direct planting in Médio Paranapanema region, São Paulo State, Brazil. The aim of this study was to compare the performance of an original and a modified no-tillage planter by minimizing the straw accumulation, and to evaluate the sowing quality. The modified planter system provided less number of stops due to straw accumulation. Both planter systems showed that uncover soil frequencies and depths of seeding and furrow presented significant differences between the sowed lines. The modified planter system expressed significant difference for number of emerged plants between the sowed lines. The performance of the both planters was not satisfactory for soil revolving width and uniformity of the depth of seeding.

  9. Medição e estimativa da temperatura à superf´cie de dois tipos de solos: influência da radiação solar e da humidade do solo

    OpenAIRE

    Andrade, José; Abreu, Francisco

    2007-01-01

    A temperatura à superfície do solo afecta em larga medida diferentes processos físicos, químicos e biológicos nela ocorridos, nomeadamente a evaporação, o fluxo de energia e de água no solo e a actividade microbiana. A superfície do solo é uma interface dinâmica influenciada simultaneamente por processos ocorridos no solo e na camada de ar acima deste, pelo que a medição da sua temperatura se apresenta como uma tarefa difícil e não isenta de erros. Pretende-se avaliar a influência da radi...

  10. Relações do parâmetro S para algumas propriedades físicas de solos do sul do Brasil Relationships of the S parameter of some physical properties of soils of southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Arnoldo Streck

    2008-12-01

    Full Text Available O parâmetro S representa o valor da inclinação da curva de retenção de água no seu ponto de inflexão. Um aumento nos valores de S indica uma ampla distribuição de tamanho de poros, condizente com condições estruturais que estabelecem um adequado funcionamento físico do solo. Neste trabalho, testou-se a sensibilidade do parâmetro S, proposto na literatura, em relação a algumas propriedades físicas de solos do Sul do Brasil. O parâmetro S não se relacionou com o teor de argila total, nem com o teor de argila dispersa dos sete solos utilizados neste trabalho. Para o grupamento dos solos argilosos e muito argilosos, o parâmetro S apresentou decréscimo exponencial com o aumento da densidade do solo e um crescimento exponencial com o aumento da matéria orgânica do solo. Nesses solos, a água disponível às plantas aumentou de forma linear (ADP= 3,19*S passando pela origem e a pressão de pré-consolidação reduziu exponencialmente com o aumento do valor de S. Conclui-se que o parâmetro S apresentou sensibilidade para determinar a qualidade física dos solos de textura argilosa e muito argilosa.The S index corresponds to the slope of the soil water retention curve at its inflection point. A high S value indicates the presence of structural pores, which are essential for a good soil physical condition. The objective of this study was to evaluate the sensitivity of the index of soil physical quality (S, as proposed in the literature for some physical properties of soils from Southern Brazil. In the seven soils used here, no relationship was found between clay and water dispersible clay content with soil physical quality index S. However, in soils with high clay content, the S index decreases with an increase in soil bulk density and increases with an increase in soil organic matter content. For a given texture class, plant available water increased linearly (PAW= 3.19*S to the origin and the preconsolidation pressure decreased

  11. Sílica solúvel em solos Soluble silica in soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo van Raij

    1973-01-01

    Full Text Available Determinou-se a silica solúvel nos horizontes superficial e B2 de 44 perfis de solos do Estado de São Paulo. A extração da silica com solução 0,0025M de cloreto de cálcio evitou a dispersão dos solos e forneceu resultados em média apenas 8% menores do que a silica solúvel em água. Os resultados variaram de 2,2 a 92,2 ppm de SiO2. Verificou-se que, para solos com teores semelhantes de argila, os teores de silica solúvel foram maiores para solos com horizonte B textural, quando comparados com solos de horizonte B latossólico. Dentro dos agrupamentos de solos com horizonte B textural e horizonte B latossólico, os teores de silica solúvel foram maiores para os solos mais argilosos. Não foi observada relação entre silica solúvel e o pH dos solos.The extraction of soluble silica of soils with 0.0025M calcium chloride solution avoided dispersion of clay and results were on the average only 8% lower than water soluble silica. The results for surface and B2 horizons of 44 soil profiles of the State of São Paulo varied between 2.2 and 92.9 ppm of SiO2. For soils with similar clay contents, soluble silica was higher for soil with argillic B horizons as compared with soils with oxic B horizons. Within each group of soils, higher soluble silica results were associated with higher clay contents. Soluble silica apparently was not related to soil pH.

  12. Parâmetros erosividade da chuva, da enxurrada e da chuva-enxurrada correlacionados com as perdas de solo de um luvissolo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. W. Albuquerque

    2002-09-01

    Full Text Available Foram estudadas as correlações lineares simples, múltiplas e não-lineares entre os parâmetros erosividade da chuva, da enxurrada e da chuva-enxurrada e as perdas de solo provocadas por chuvas erosivas num Luvissolo. Os dados correspondentes ao período de 1986-1990 foram obtidos na estação experimental de Sumé (PB, pertencente à Universidade Federal da Paraíba - UFPB. Para determinar os parâmetros erosividade da chuva, da enxurrada e da chuva-enxurrada, foram analisadas chuvas individuais registradas em 136 pluviogramas. O volume de enxurrada isolado ou em combinação com características da chuva contribuiu, de forma significativa, para melhorar a estimativa das perdas de solo de chuvas individuais. Os parâmetros erosividade da chuva-enxurrada a(Vu α I30b; a(Vu α I5b; a(EIAb e da enxurrada a(Vub foram os melhores estimadores das perdas de solo para chuvas individuais. Dentre os parâmetros da erosividade da chuva, os que melhor se correlacionaram com as perdas de solo foram aqueles que incluíram o produto do volume da chuva pela intensidade máxima em trinta minutos a(VrI30.

  13. EFEITO DA TRIFLURALINA SOBRE A ATIVIDADE BIOLÓGICA EM DOIS SOLOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ecila Maria Nunes Giracca

    1991-12-01

    Full Text Available A influência da Trifluralina 600 CE sobre a atividade microbiana e taxa de liberação de CO2 foi estudada com amostras de solos da Unidade de Mapeamento São Pedro e Cruz Alta, incubados a 80% da capacidade de campo ou saturados, com tratamentos equivalendo a 2 e 4 litros por hectare, com cinco repetições, durante 140 dias. A cada sete dias foram efetuadas titulações de CO2 liberado. Posteriormente foi executado bioensaio com Sorghum bicolor L. Moench para análise da persistência do produto no solo. O herbicida nas dosagens usadas não afetou a atividade microbiana. A persistência do herbicida mostrou diferença significativa entre plântulas anormais para os dois solos em capacidade de campo, o mesmo não ocorrendo quando a germinação foi em solos saturados.

  14. Resistência à penetração, eficiência de escarificadores mecânicos e produtividade da soja em Latossolo argiloso manejado sob plantio direto de longa duração

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vitor Caduro Girardello

    2014-08-01

    Full Text Available Frequentemente, a compactação limita a produtividade das culturas anuais em solos mecanizados, sendo a sua distribuição na lavoura regionalizada. Em área manejada sob sistema plantio direto (SPD por longo prazo, foi investigada a variabilidade espacial da resistência à penetração (RP, a eficiência de escarificadores mecânicos e o seu efeito na produtividade da soja. O solo foi Latossolo Vermelho argiloso localizado no planalto do RS. O clima é subtropical Cfa com precipitação pluvial anual de 1.750 mm e temperatura média anual de 18,7 ºC. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com quatro tratamentos e duas repetições. Os tratamentos foram implantados em faixas paralelas de 100 × 20 m. Os tratamentos investigados foram: escarificador sítio-específico com profundidade de atuação variada em razão da RP (ESEV; escarificador convencional (EC com profundidade fixa; escarificador sítio-específico com profundidade fixa (ESEF; e testemunha - sem escarificação (SE. Para avaliar a RP, utilizou-se um penetrômetro digital com leituras georrefenciadas em malha de 50 × 50 m realizadas manualmente em duas épocas. A produtividade da soja foi obtida por meio de uma colhedora equipada com sensor de produtividade e antena receptora de sinal de GPS. A RP apresentou valores médios de 1,4 e 2,1 MPa, para leituras realizadas após o manejo da cultura de cobertura e após a colheita, respectivamente. A RP determinada após o manejo da cultura de cobertura e a produtividade da soja apresentaram baixa correlação (r² = -0,297; p<0,05. Os valores de RP de 3,0 e 5,0 MPa resultaram em decréscimos de aproximadamente 10 e 38 % na produtividade da soja, respectivamente. A escarificação mecânica, independentemente do equipamento utilizado, não incrementou a produtividade da soja em relação à testemunha. Esse resultado foi atribuído à RP da área a ser classificada, quando da instalação dos tratamentos, como baixa

  15. Disponibilidade de fósforo em dois latossolos argilosos e seu acúmulo em plantas de soja, em função do aumento do pH Phosphorus availability in two clayey oxisols and its accumulation in soybean as a function of the increase in pH

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Viviani

    2010-02-01

    Full Text Available O melhor aproveitamento do P, tanto o aplicado no cultivo quanto o residual do solo, em razão do uso de calcário em solos argilosos cultivados e adubados por muitos anos, pode ser viável. Objetivando avaliar o efeito do aumento do pH do solo e da aplicação de adubo fosfatado e calcário na semeadura sobre a disponibilidade de P e o seu acúmulo em plantas de soja, realizaram-se dois experimentos em Latossolo Vermelho Distrófico-LVD e Latossolo Vermelho Distroférrico-LVDf, argilosos, com elevados níveis de fertilidade. O delineamento experimental foi blocos casualizados, num fatorial 4x2x2: quatro níveis de pH, duas doses de P e duas de calcário, com quatro repetições. Cultivaram-se plantas de soja em vaso até a floração. Avaliaram-se o peso da massa seca, teor e acúmulo de P na parte aérea; teor de P e P remanescente no solo. A disponibilidade de P nos solos aumentou com a elevação do pH. Para o LVdf, houve interação entre pH e doses de P, os teores de P no solo aumentaram com o pH e com a aplicação de P. Para o LVD, houve interação entre pH e doses de calcário. O P remanescente foi reduzido pelo aumento do pH em ambos os solos. Nos dois experimentos, com o aumento do pH do solo houve incremento na produção de massa seca e de P acumulado. Em solos argilosos e com alto teor de P, a elevação do pH aumenta a disponibilidade de P, proporcionando maior produção de massa seca de soja.The best P employment, both applied in the culture as the P soil residual, is possible, due limestone use in clayey soils cultivated and fertilized for many years. Aiming at evaluating the pH increase in the soil and the effect of the application of phosphated fertilizer and lime on the sowing on the P availability and its accumulation in soybean plants, two experiments in oxisols, Haplortox (one LVD and the other LVDf, with high fertility levels, were carried out. The experimental design was random blocks, in a 4x2x2 factorial, being four

  16. ESTUDO DA DINâMICA DE PERCOLAÇÃO DA ÁGUA NO SOLO - GOUVEIA, MINAS GERAIS, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maira Lopes Nogueira

    2012-02-01

    Full Text Available Este estudo tem por objetivo obter e analisar informações mais precisas sobre a dinâmica subsuperficial da água de infiltração em solos de parcelas experimentais. Este tema se reveste de grande importância quando correlacionado a outros dados, dentre eles a forma da vertente, a microtopografia, características do solo, entre outros. A capacidade de infiltração tem grande importância devido a sua influência nos processos erosivos de vertente e na capacidade do solo de manter a cobertura vegetal, por exemplo. A pesquisa foi desenvolvida no município de Gouveia, Espinhaço Meridional, Minas Gerais, Brasil, em uma vertente suavemente ondulada na margem esquerda de um córrego de terceira ordem. Na alta vertente ocorre o Cambissolo e na média, o Latossolo. Os experimentos foram realizados sob diferentes condições iniciais de umidade: no início e no fim de um período chuvoso. A metodologia envolveu três etapas principais: 1 - aplicação no solo de uma solução aquosa traçadora, constituída por água e corante Brilliant Blue FCF; 2 - abertura de perfis de solo para observação do traçador e 3 - coleta e análise de dados de solo. A visualização do movimento da água em subsuperfície por meio do traçador azul foi feita em perfis abertos no solo cinco semanas após a injeção da solução. Os perfis foram abertos tanto perpendicular quanto paralelamente ao escoamento esperado do fluxo na vertente. Os resultados demonstram clara diferença no modo como a água infiltra nos dois diferentes tipos de solos estudados, revelando também a inquestionável influência da forma da vertente e também a eficácia da metodologia empregada para esses estudos.

  17. Hyphomycetes isolados da água e do solo da Reserva Florestal de Dois Irmãos, Recife, PE, Brasil

    OpenAIRE

    Cavalcanti,Marilene da Silva; Milanez,Adauto Ivo

    2007-01-01

    (Hyphomycetes isolados da água e do solo, da Reserva Florestal de Dois Irmãos, Recife, PE, Brasil). Visando ampliar o conhecimento sobre a diversidade de fungos em ambientes aquáticos, coletas da água e do solo das margens dos açudes do Vale do Prata e do Meio foram efetuadas na Reserva Florestal de Dois Irmãos, Recife, Estado de Pernambuco. Dentre outras, foram isoladas cinco espécies pouco comuns de Hyphomycetes. As amostras de água foram coletadas abaixo da lâmina d'água e as de solo nas m...

  18. DISPONIBILIDADE DE ENXOFRE EM SOLOS BRASILEIROS: AVALIAÇÃO CONJUNTA DAS ANÁLISES DE SOLOS E PLANTAS EM FUNÇÃO DA PRODUÇÃO DE MATÉRIA SECA E ABSORÇÃO DE ENXOFRE PELO MILHO SULPHUR AVAILABILITY IN BRAZILIAN SOILS: JOINT EVALUATION OF DRY MATTER YIELD AND SULPHUR UPTAKE AS A FUNCTION OF SOIL AND PLANT ANALYSES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Huberto José Kliemann

    2007-09-01

    Full Text Available

    Conduziu-se um experimento em casa de vegetação em amostras superficiais de 12 solos provenientes dos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás (Brasil, com teores de carbono variando entre 0,5 e 3,03%, de enxofre total entre 0,0104 e 0,0319% e de argila entre 8 e 60%. Os solos foram submetidos a dois cultivos sucessivos com milho (Zea mays L., com 3 doses de gesso (0, 20 e 40 ppm de S, previamente incubados na presença e ausência de calagem. Fizeram-se análises das amostras de solos antes e após o primeiro cultivo e da parte aérea das plantas dos dois cultivos. Com as análises de solos e plantas, por meio de regressão múltipla, encontraram-se relações estreitas nos seguintes casos: solos arenosos: produção de matéria seca com o teor de S total e da relação N/S na parte aérea do milho e do S-SO4= extraível por fosfato de cálcio; absorção de S pela planta com as mesmas variáveis e mais pH do solo; solos argilosos: produção de matéria seca com o S total e da razão N/S nas plantas e pH, Ca++, Mg++, H+ + Al+++ e carbono dos solos; absorção de enxofre com as razões N/S e P/S nas plantas, S-SO4= extraível por fosfato de cálcio, pH, Ca++, Mg++, H+ + Al+++ e carbono dos solos. Nos solos arenosos, a disponibilidade de enxofre é dependente apenas do enxofre extraível, não sendo afetada pela calagem; nos solos argilosos, é afetada pela calagem (pH e CTC e teores de carbono. Independentemente da textura e do carbono dos solos, a produção de matéria seca e absorção de enxofre apresentam relação inversa com as razões N/S e P/S do tecido foliar do milho.

    PALAVRAS-CHAVE: Enxofre; solo/planta; regressão múltipla; análise conjunta.

    A greenhouse experiment was carried out with surface samples from States

  19. Método alternativo de avaliação da absorção de atrazine por plantas de Brachiaria plantaginea Alternative method for evaluation of atrazine asorption by Brachiaria plantaginea plants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.D.G. Maciel

    2002-12-01

    Full Text Available Dois experimentos foram conduzidos em casa de vegetação da Universidade Estadual de Maringá-PR, objetivando desenvolver metodologia alternativa para avaliar a absorção foliar e radicular de herbicidas. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado com 11 e 5 tratamentos para os solos arenoso e argiloso, respectivamente, ambos os experimentos com quatro repetições, constituídos por plantas de B. plantaginea em dois estádios. O herbicida atrazine foi aplicado nas doses de 2,5 e 3,0 kg ha¹ em solos arenoso e argiloso, utilizando um pulverizador costal pressurizado por CO2. Os tratamentos foram constituídos por plantas protegidas com canudos plásticos em solo descoberto e plantas desprotegidas em solo coberto com papel-alumínio, associadas a condições de solo seco e úmido, ou em ambas as condições, acrescidas de irrigação de 20 mm apenas ao solo após aplicação. A absorção foliar da atrazine foi eficiente no controle de B. plantaginea com duas a três folhas em solo arenoso e argiloso, ao contrário do estádio de quatro a cinco folhas, onde houve necessidade de associar os efeitos da absorção foliar e radicular para se obter controle satisfatório. A irrigação de 20 mm ampliou o controle da absorção radicular de B. plantaginea em diferentes estádios de plantas, solo e umidade do solo. A metodologia apresentou-se viável como ferramenta alternativa para avaliação da absorção foliar e radicular de herbicidas, no controle de gramíneas em estádio inicial de desenvolvimento.Two trials were carried out at the Universidade Estadual de Maringá, PR-Brazil, to develop an alternative method to evaluate foliar and root absorption of herbicides. A random experimental design was arranged, with eleven or five treatments, for sandy or clay soils, respectively,both with four replicates. Atrazine was applied at rates of 2.5 or 3.0 kg ha-1 in sandy or clay soil samples, respectively, with a CO2-pressured

  20. Teores de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni E Co em solos de referência de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Miranda Biondi

    2011-06-01

    Full Text Available Metais pesados formam um grupo de elementos com particularidades relevantes e de ocorrência natural no ambiente, como elementos acessórios na constituição de rochas. Esses elementos, apesar de associados à toxidez, exigem tratamento diferenciado em relação aos xenobióticos, uma vez que diversos metais possuem essencialidade (Fe, Mn, Cu, Zn e Ni e benefício (Co comprovados para as plantas. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi determinar os teores naturais dos metais Fe, Mn, Zn, Ni, Cu e Co nos solos de referência de Pernambuco. Foram coletadas amostras de solo nas três regiões fisiográficas (Zona da Mata, Agreste e Sertão, dos dois primeiros horizontes dos 35 solos de referência do Estado de Pernambuco. A digestão das amostras baseou-se no método 3051A (USEPA, 1998, e a determinação foi efetuada em ICP-OES. Correlações significativas foram estabelecidas entre os metais e entre estes e a fração argila do solo, em ambos os horizontes, indicando a associação comum da maioria dos metais com solos mais argilosos. A maioria dos solos apresentou teores de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni e Co menores que os de solos de outras regiões do País, com litologia mais máfica, o que corrobora o fato de que os teores desses elementos são mais diretamente relacionados aos minerais Fe-magnesianos. Os resultados indicam baixo potencial dos solos de Pernambuco em liberar Cu, Co e Ni para plantas, enquanto deficiências de Zn, Fe e Mn são menos prováveis. Os teores naturais de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni e Co determinados podem ser utilizados como base para definição dos Valores de Referência de Qualidade para os solos de Pernambuco, de acordo com o preconizado pela legislação nacional.

  1. Atributos do Solo e Acúmulo de Carbono na Integração Lavoura-Pecuária em Sistema Plantio Direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nídia Raquel Costa

    2015-06-01

    Full Text Available Em sistemas de produção como a integração lavoura-pecuária (ILP em sistema plantio direto (SPD têm sido observadas melhorias nos atributos químicos, físicos e biológicos do solo. Sendo assim, objetivou-se avaliar as alterações nos atributos químicos e físicos do solo e o acúmulo de carbono (C num Latossolo Vermelho distrófico típico argiloso utilizado em sistema de ILP em SPD com irrigação, no Cerrado. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram dispostos em parcelas subdivididas no tempo, e as parcelas experimentais foram compostas pelas culturas do milho e do sorgo forrageiro cultivadas exclusivamente ou consorciadas com as espécies forrageiras Urochloa brizantha cv. Xaraés e Megathyrsus maximum cv. Tanzânia para ensilagem; pelas espécies forrageiras no período de entressafra; e pela cultura da soja em sucessão. Foram realizadas durante a condução dos experimentos, além da análise com a caracterização inicial do solo, cinco avaliações (épocas dos atributos químicos e físicos do solo ao final de cada ciclo produtivo durante os anos agrícolas 2010/2011, 2011/2012 e 2012/2013. Os sistemas de produção na ILP em SPD, mesmo com alta exportação de nutrientes e tráfego de máquinas, foram eficientes para manutenção e melhoria da fertilidade e dos estoques de C do solo. Ao longo de três anos, os sistemas de ILP promoveram redução da compactação do solo pelo efeito positivo de incremento da macroporosidade e porosidade total e diminuição da resistência mecânica à penetração e densidade do solo, nas camadas de 0-0,10 e 0,10-0,20 m.

  2. Carbono da biomassa microbiana em solo cultivado com soja sob diferentes sistemas de manejo nos Cerrados Microbial biomass carbon in soil cultivated with soybean, under different management systems in Cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Sueli Sivek Perez

    2004-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi quantificar o carbono da biomassa microbina de solo, cultivado com soja em diferentes sistemas de manejo. Os sistemas de manejo foram semeadura direta, uma gradagem, subsolagem e duas gradagens, realizadas num Latossolo Vermelho-Amarelo argiloso. As amostras de solo foram coletadas em cinco profundidades (0-5, 5-10, 10-20, 20-30 e 30-40 cm e em quatro épocas (antes do preparo do solo, 30 dias após a germinação, floração e após a colheita da soja. Foram coletadas, também, amostras de solo na mesma profundidade e na mesma época, em uma área de vegetação nativa (Cerrado sensu strictu, adjacente ao experimento. A subsolagem apresentou os maiores valores de carbono aos 30 dias após a germinação (865,7 mg kg-1 de solo. Este valor foi reduzido para 80,3 mg kg-1 de solo na floração. Os valores de carbono na semeadura direta mantiveram-se mais estáveis, principalmente na camada de 0-20 cm. As camadas de 0-5 e 5-10 cm apresentaram diferença na maioria das épocas estudadas e das demais camadas. A subsolagem mostrou o menor valor do carbono orgânico do solo, após a colheita da soja. Não houve correlação entre a relação carbono da biomassa microbiana/carbono orgânico e os nutrientes do solo na subsolagemThe aim of this study was to quantify soil microbial biomass carbon in a soybean crop under different soil management systems no-tillage, single harrowing, subsoiling and two harrowing, on a clay Red-Yellow Latossol in the Cerrado region. Soils were studied at five depths 0-5, 5-10, 10-20, 20-30 and 30-40 cm. Four periods were observed before soil preparation; 30 days after germination; flowering stage and after harvesting soybean plants. The same measurements were taken under the same conditions in an area of native cerrado vegetation, adjacent to the experiment (Cerrado sensu strictu. Subsoiling showed highest carbon values 30 days after germination (865.7 mg kg-1 of soil. This was reduced to less

  3. Desenvolvimento de mudas de pupunheira em Latossolo argiloso compactado artificialmente em subsuperfície Peach palm seedlings development in artificiality subsurface compacted clayly Latossol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Bordin

    2006-02-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo avaliar o desenvolvimento de mudas de pupunheira (Bactris gasipaes H.B.K. cultivadas em amostras de um Latossolo Vermelho eutroférrico de textura argilosa compactado artificialmente em subsuperfície. As amostras de solo que foram compactadas a quatro níveis de densidade (1,0; 1,13; 1,28 e 1,44kg dm-3 estavam nas camadas intermediárias de 3,5cm de vasos de PVC de 20cm de diâmetro, que constavam de outras camadas superiores de 15cm e inferiores de 10cm. As avaliações foram realizadas em quatro épocas (4, 6, 8 e 10 meses. O aumento dos níveis de densidade do solo não influenciou no desenvolvimento da parte aérea das mudas de pupunheira. Independentemente da época estudada, os níveis de densidade do Latossolo argiloso não impediram a penetração das raízes da pupunheira.This study was carried out to evaluate the development of peach palm (Bactris gasipaes H.B.K. seedlings submitted to artificiality subsurface compacted layers of a clayly texture eutroferric Red Latossol. The compacted soil was at the middle ring of the PVC pots. They were 20cm of diameter, divided in tree rings with 15; 3,5 and 10cm from the up side. The soil was submitted to four density levels (1,0; 1,13; 1,28 and 1,44kg dm-3, which determined the treatments. The evaluations were accomplished in four times (4, 6, 8 and 10 months. The increase of the soil density levels didn't influence in the development of the aerial part of the peach palm seedlings. Independent of the studied time, the clayly Latossol density levels, didn't prevent the peach palm roots penetration.

  4. Lixiviação e inativação do metribuzin em dois tipos de solos Leaching and inactivation of metribuzin in two soil types

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Ferreira da Silva

    1981-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a lixiviação e a inativação do herbicida metribuzin (4-amino-6-tertbutil-3-(metiltio-as-triazina-5-(4Hona em materiais de um solo franco-argiloso e de outro solo franco-argilo-arenoso de duas regiões de Minas Gerais, um em laboratório e outro em casa de vegetação. O solo franco-argiloso era um Latossolo Roxo, com 2,8% de matéria orgãnica e o solo franco-argilo-arenoso era um Podzólico Vermelho-Amarelo; fase terraço, em 2,17% de matéria orgânica. Em laboratório estudou-se a lixiviação do metribuzin em colunas de 5, 10 e 15 cm de altura, com 7,5 cm de diâmetro, enchidas com materiais dos solos franco-argiloso e do solo franco-argiloarenoso. Usou-se o ensaio biológico de discos de cotilédones de melancia para detectar o metribuzin no lixiviado. Em casa de vegetação, estudou-se a inativação do metribuzin com materiais dos mesmos solos utilizados para o estudo de lixiviação. Para este ensaio foram utilizadas as doses de 0, 50, 80, 110, 140, 170 e 200g do i.a./ha do produto, e em areia lavada, as doses foram de 0, 4, 6, 8, 10, 12 e 16 g do i.a./ha do metribuzin, usando o pepino como planta teste, que foi cortado rente ao solo e pesado aos 14 dias após o plantio. Informações adicionais são necessárias para explicar porque o solo franco -argiloso inativa mais o metribuzin que o solo franco-argilo-arenoso.Laboratory and greenhouse experiments were made to evaluate the leaching and the inactivation of the metribuzin in clay loam and sand clay loam soils. The clay loam soil was a dark, red latosol with 2,8% organic matter and the sand clay loam soil was a reddish-yellow podzol with 2,17% organic matter. Leaching of metribuzin was studied in the laboratory in colums of 5, 10 and 15 cm high, 7.5 cm diameter, filled with soil. Watermelon cotiledon discs were used to measure the metribuzin leached. The inactivation of metribuzin was estudied in a greenhouse using doses of 0, 50, 80, 110, 140, 170 and 200

  5. Modelo para estimativa da infiltração de água e perfil de umidade do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Avelino Cecílio

    2013-04-01

    Full Text Available A adequada modelagem da infiltração de água no solo é fundamental para estimação do movimento de água, erosão hídrica, recarga e contaminação de aquíferos. Este trabalho apresenta um modelo para estimativa da infiltração de água no solo (GAML-c, com base no modelo de Green-Ampt-Mein-Larson, que provê descrição da geometria e do deslocamento da frente de umedecimento no solo. Testes experimentais foram conduzidos em Latossolo Vermelho-Amarelo para avaliar o GAML-c, usando-se quatro diferentes cenários: considerando a condutividade hidráulica do solo igual à taxa de infiltração estável (Tie e a umidade máxima do solo igual ao teor de água na zona de transmissão (θw (TW; condutividade hidráulica do solo igual à do solo saturado (K0 e a umidade máxima do solo igual θw (KW; condutividade hidráulica do solo igual à Tie e a umidade máxima do solo igual ao teor de água na saturação (θs (TS; e condutividade hidráulica do solo igual a K0 e a umidade máxima do solo igual θs (KS. Verificou-se que o GAML-c no cenário TW foi o melhor estimador do perfil de umidade do solo, resultando em aceitáveis estimativas da infiltração de água.

  6. Variabilidade espacial da resistência do solo à penetração e da taxa de estratificação de carbono orgânico do solo em um Latossolo Vermelho eutroférrico

    OpenAIRE

    Fidalski,Jonez; Tormena,Cássio Antonio; Gonçalves,Antonio Carlos Andrade; Oliveira Júnior,Rubem Silvério

    2006-01-01

    A compactação e a qualidade do solo são constantemente questionadas para a definição do manejo de solo em plantio direto. Os objetivos deste estudo foram avaliar a variabilidade espacial da resistência do solo à penetração, da densidade do solo e a taxa de estratificação de carbono orgânico do solo em camadas de um Latossolo Vermelho eutroférrico, textura muito argilosa, em áreas contíguas de plantio direto com rotação de culturas e plantio direto com sucessão de culturas associado à escarifi...

  7. Estabilidade temporal da distribuição espacial da umidade do solo em área irrigada por pivô central

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. C. A. Gonçalves

    1999-03-01

    Full Text Available A heterogeneidade do solo faz com que o armazenamento de água seja variável, sendo necessária uma amostragem intensa, para caracterizar a sua distribuição espacial em uma área irrigada. Para fins de manejo da irrigação, é importante o monitoramento da umidade do solo durante o processo de secagem entre duas irrigações sucessivas. O presente trabalho tem por objetivos avaliar a estabilidade temporal da distribuição espacial da umidade do solo, a correlação da umidade com conteúdo de argila e avaliar se há estrutura de dependência espacial dessas variáveis. Quanto mais estável for a distribuição espacial da umidade e mais estreita a correlação com a textura, menos intensas poderão ser as amostragens para fins de controle das irrigações. Em área irrigada por pivô central, no campus da ESALQ/USP, de solo Podzólico Vermelho-Escuro, a umidade foi medida em pontos espaçados de 2,83 m ao longo de uma transeção radial, nas profundidades de 0,15 e 0,30 m, por meio de uma sonda de nêutrons. O conteúdo de argila e a densidade global foram também medidos. As medidas foram feitas durante um período de secagem do solo. A estabilidade temporal das distribuições espaciais foi avaliada por meio do coeficiente de correlação e da técnica de diferenças relativas. Foi constatada a persistência no tempo das distribuições de umidade, sendo possível identificar pontos de amostragem cujos valores permitem estimar a média geral da umidade na área, a qualquer momento. A dependência espacial da umidade foi avaliada por meio de semivariogramas, os quais mostraram que mais de 50% da variação dos dados pode ser atribuída à variação estruturada no espaço, cujo padrão se mantém estável no tempo e varia com a profundidade. Na camada inferior, a correlação espacial entre umidade e conteúdo de argila é descrita por semivariograma cruzado com efeito pepita nulo. A estrutura de dependência espacial pode ser usada no

  8. Compactação do solo na integração soja-pecuária de leite em Latossolo argiloso com semeadura direta e escarificação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Kunz

    2013-12-01

    Full Text Available A compactação do solo pelo tráfego de animais é uma preocupação em sistemas integrados lavoura-pecuária. Com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes sistemas de manejo do solo e pisoteio de animais sobre os atributos físico-hídricos do solo e o desenvolvimento e a produtividade da soja, este experimento foi instalado no ano de 2007, em um Latossolo Vermelho distrófico cultivado anteriormente por uma década, pelo sistema de plantio direto de grãos em consórcio com forrageira. Avaliou-se a influência do pisoteio dos animais sobre a densidade (Ds, macroporosidade (Ma, microporosidade (Mi, porosidade total (PT, resistência do solo à penetração (RP e o conteúdo de água no solo (θ, bem como a emergência, a altura e a produtividade da soja. O delineamento experimental foi blocos ao acaso com três repetições, com os tratamentos semeadura direta de soja sem pastejo (SD/SP, semeadura direta com pastejo em aveia (SD/CP e escarificado com pastejo (ESC/CP. As amostras foram coletadas nas camadas de 0,00-0,07; 0,07-0,15; e 0,20-0,30 m, em três épocas: antes do pastejo (agosto de 2007, pós-pastejo (dezembro de 2007 e pós-pastejo (outubro de 2008. Não houve efeito significativo do pastejo sobre a Ds e PT. Aos 140 dias após a semeadura da soja, a RP atingiu valores acima de 2 MPa na camada de 0,00-0,15 m, nos tratamentos SD/SP e SD/CP, mas não limitando o desenvolvimento da cultura. A escarificação do solo sob integração lavoura-pecuária em semeadura direta proporcionou condições físico-hídricas menos favoráveis ao desenvolvimento das plantas; a altura de planta no SD/SP foi maior do que nos tratamentos SD/CP e ESC/CP e a menor produtividade de grãos foi obtida com a escarificação do solo, em ano com déficit hídrico.

  9. Influência do cultivo contínuo da cana-de-açúcar em latossolos amarelos coesos do estado de Alagoas: propriedades micromorfológicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. J. N. Silva

    1998-09-01

    Full Text Available Foram estudados os efeitos do cultivo contínuo da cana-de-açúcar por meio da análise micromorfológica de Latossolos Amarelos argilosos da região dos tabuleiros costeiros do estado de Alagoas, Brasil. Quatro talhões foram selecionados na Usina Caeté, município de São Miguel dos Campos, AL, em janeiro de 1995, sendo um com vegetação nativa (Tn, e os demais cultivados por períodos de dois (T2, dezoito (T18 e vinte e cinco (T25 anos. Os solos foram morfologicamente caracterizados, sendo coletadas amostras indeformadas dos horizontes A, AB e BA de cada perfil, em caixas de Kubiena, para análises micromorfológicas. Foram coletadas amostras para análises de densidade do solo, macroposidade, carbono orgânico e condutividade hidráulica saturada. Os resultados evidenciam que o uso agrícola dos solos causou mudanças na morfologia do horizonte superficial, com o desenvolvimento de um horizonte Ap, com sensível perda de estrutura. Após um evidente impacto negativo nas propriedades físicas com o primeiro plantio da cana-de-açúcar, o manejo adotado promoveu uma recuperação parcial da macroporosidade no horizonte superficial após 18 e 25 anos de cultivo. Além da formação inicial de uma camada compactada nos horizontes Ap e AB, foi observado um adensamento pedogenético natural do solo no BA, acelerado com o cultivo da cana-de-açúcar, pelo preenchimento de poros com argila iluvial. A porosidade total obtida pelo analisador de imagem nas fotografias das lâminas delgadas corrobora uma sensível redução da porosidade no horizonte superficial com a introdução do cultivo. Mostra também que a porosidade do horizonte BA é baixa no perfil com vegetação nativa, comprovando o caráter pedogenético do adensamento desse horizonte. Apesar de não ter sido observado nenhum revestimento nas unidades estruturais em campo, a micromorfologia mostrou pedofeições morfológicas com revestimentos argilosos nos agregados e enchimento de

  10. DESEMPENHO FÍSICO-MECÂNICO DE SOLO ARGILOSO ESTABILIZADO COM CAL E SILICATO DE SÓDIO VISANDO À APLICAÇÃO EM CONSTRUÇÕES RURAIS PHYSICAL AND MECHANICAL BEHAVIOR OF A CLAYEY SOIL STABILIZED WITH LIME AND SODIUM SILICATE FOR RURAL BUILDING PURPOSES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wesley Jorge Freire

    2007-09-01

    Full Text Available

    O uso de aditivos químicos em solos destinados à construção civil visa melhorar as suas características mecânicas e o seu comportamento sob a ação da água. O objetivo deste trabalho foi estudar o efeito da incorporação ao solo de estabilizantes químicos (cal e silicato de sódio sobre as propriedades mecânicas de um solo argiloso. Os teores de cal foram de 0%, 6% e 10%, e a dosagem de silicato de sódio foi de 4%. O solo foi submetido a ensaios de caracterização a fim de se determinar seus principais índices físicos. Foram moldados corpos-de-prova cilíndricos com 127 mm de altura e 100 mm de diâmetro, os quais foram curados em câmara úmida por 7, 28 e 56 dias. Após cada período de cura os corpos-de-prova foram submetidos ao ensaio de compressão simples. O ensaio de absorção de água foi realizado aos sete dias. Somente o teor de 10% de cal associada ao silicato de sódio permitiu atingir o mínimo de resistência exigido pela norma para tijolos de solo-cimento, e em termos de capacidade de absorção total, nenhum tratamento atingiu os valores recomendados por essa norma. Os resultados sugerem um uso promissor do silicato de sódio com vistas à melhoria das propriedades físico-mecânicas relacionadas à resistência e à durabilidade de solos destinados à construções rurais.

    PALAVRAS-CHAVE: Solo-cal; resistência à compressão; estabilização de solos; terra para construção.

    Use of chemical stabilizers in earth aims at improving mechanical characteristics and behavior under water influence. The objective of this research was to study the effect of chemical additives (lime and sodium silicate on mechanical properties of a clayey soil. The lime rates in the soil-lime mixtures were 0%, 6%, and 10%, and the sodium silicate rate was 4%. Soil was

  11. COMPACTAÇÃO DE SOLOS EM LABORATÓRIO: EFEITO DO DIÂMETRO E DO NÚMERO DE CAMADAS DO CORPO DE PROVA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavio Alessandro Crispim

    2015-06-01

    Full Text Available RESUMONeste trabalho, estudou-se a influência do diâmetro e do número de camadas do corpo de prova nas curvas de compactação de laboratório e na resistência mecânica de dois solos residuais de gnaisse da Zona da Mata Norte de Minas Gerais, respectivamente, de texturas argilo-areno-siltosa (Solo 1 e areno-silto-argilosa (Solo 2, com vistas à construção de estradas florestais. Além dos resultados dos ensaios de compactação, determinou-se a resistência à compressão não confinada dos solos empregando corpos de prova compactados na umidade ótima (wot e nos teores de umidade 3% abaixo e 2% acima, considerando como referência a energia de compactação do ensaio Proctor normal e empregando corpos de prova compactados em uma, duas e três camadas, bem como nos diâmetros de 35 mm, 73 mm e 100 mm, com nove repetições. Para fins práticos de engenharia e com base em análise estatística aplicada aos parâmetros massa específica aparente seca e resistência à compressão não confinada, pode-se concluir que: (i há diferenças significativas entre as compactações realizadas em uma e em três camadas, não ocorrendo o mesmo nas compactações realizadas em duas e em três camadas, para ambos os solos; e (ii há diferenças significativas entre a compactação de corpos de prova de diâmetro 100 mm e os demais de 73 mm e 35 mm, para o solo 1 (argiloso, bem como há também diferenças apenas no ramo seco da curva de compactação, para o solo 2 (arenoso.

  12. Adaptações morfofisiológicas da soja em solo inundado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pires João Leonardo Fernandes

    2002-01-01

    Full Text Available Há restrições ao crescimento de plantas em condições de inundação do solo, o que limita a sua exploração agrícola a poucas espécies. A soja pode ser uma alternativa, pela alta capacidade adaptativa a estas condições. O objetivo deste trabalho foi identificar as formas de adaptação da soja à inundação do solo, e estabelecer a melhor estratégia para fornecimento de N em solos inundados. Foi conduzido um experimento em casa de vegetação, na Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS, de setembro a novembro de 1998. Foram testadas duas cultivares de soja (FT-Abyara e BR 4 cultivadas sob dois regimes hídricos (inundação e capacidade de campo e duas estratégias de fornecimento de N (inoculação e N mineral. Manteve-se a soja sob inundação do estádio V2 até V5 (21 dias. A soja apresentou mecanismos que permitem sua adaptação a condições de hipoxia geradas pela inundação do solo. Houve redução nos teores de N, K, Mg e Mn, e aumento nos teores de Fe nas folhas, quando da inundação. Existiram diferenças entre cultivares em solo inundado, destacando-se a cultivar FT-Abyara, pela maior adaptação. O diâmetro do caule sob a lâmina de água foi a característica mais importante na diferenciação de cultivares com vistas a tolerância à inundação. A melhor estratégia para fornecimento de N em condições de solo inundado foi a aplicação de N mineral em cobertura. Porém, mesmo em solo inundado ocorreu nodulação em soja.

  13. Resposta espectral de solos em razão do ângulo de visada, da umidade e da rugosidade superficial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ACCIOLY LUCIANO JOSÉ DE OLIVEIRA

    2000-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar as variações do fator de refletância bidirecional (FRB de três séries de solo (McAllister, Stronghold e Epitaph da microbacia experimental de Walnut Gulch (Arizona, EUA em razão do ângulo de visada, da rugosidade superficial e do teor de umidade. Foram consideradas as faixas espectrais do visível e do infravermelho próximo e médio presentes no sensor TM, e os resultados foram expressos em termos de FRB em relação à resposta no Nadir (FRB relativo. O anisotropismo variou de solo para solo e foi maior nas menores faixas espectrais, nos ângulos de visada maiores localizados na direção do retroespalhamento, nos ângulos solar-zenitais maiores, e na condição de solo seco. No solo Epitaph (único solo submetido ao estudo de rugosidade o anisotropismo foi também maior na superfície mais rugosa. Entretanto, uma melhor diferenciação entre as superfícies lisa e rugosa do solo Epitaph foi obtida na direção do espalhamento da energia refletida. Diferenças na escala e nos métodos de obtenção dos dados são apontadas como causas do realce do comportamento anisotrópico dos dados obtidos em condições de laboratório, em comparação com os dados de campo.

  14. Resposta da soja e da biomassa de carbono do solo aos resíduos de cinco genótipos de sorgo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. A. Vasconcellos

    1999-03-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo avaliar a influência de resíduos de cinco cultivares de sorgo (Sorghum bicolor L.: CMS XS 376, CMS XS 365, BR 304, BR 700 e CMS XS 755 no crescimento e no desenvolvimento da soja. Esses resíduos foram colhidos em três estádios do desenvolvimento reprodutivo do sorgo: florescimento, enchimento de grãos e maturação. Os tratamentos estudados constaram da deposição desses resíduos na superfície do solo ou da sua total incorporação na proporção de 4 g kg-1 de matéria seca no solo (LEd, fase cerrado. Nos tratamentos com planta, mantiveram-se três plantas de soja (cv. Doko em vasos com capacidade para 3 kg de solo. Nos tratamentos sem planta, o solo foi amostrado semanalmente para avaliação das formas de N. Após a colheita da soja, amostras de planta e de solo, de cada tratamento, foram retiradas para determinar a absorção total de N e a influência desses resíduos no N disponível extraído com KCl 2 mol L-1. Os resultados revelaram que alguns resíduos culturais de sorgo afetaram, independentemente do estádio de colheita, o desenvolvimento da soja, a absorção de N, o peso de nódulos e a biomassa microbiana do solo. Tais efeitos também foram dependentes do método de incorporação do resíduo. O teor de carbono imobilizado pela biomassa foi maior quando os resíduos de sorgo foram distribuídos na superfície do solo.

  15. Mapeamento do fósforo adsorvido por meio da cor e da suscetibilidade magnética do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Gonçalves Peluco

    2015-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a possibilidade de se mapear o fósforo adsorvido por meio da avaliação da cor e da suscetibilidade magnética do solo. O experimento foi realizado em área de cana-de-açúcar com 380 ha, que compreendia quatro tipos de Latossolos, com diferentes texturas e fertilidades naturais. Foram coletadas 241 amostras de solo, na profundidade de 0,00-0,25 m. O índice de avermelhamento do solo foi calculado a partir dos valores de matiz, valor e croma das amostras, obtidos com espectroscopia de reflectância difusa. Foram ajustados modelos de regressão entre o fósforo adsorvido e a suscetibilidade magnética ou o índice de avermelhamento dos solos. A dependência espacial dos dados foi avaliada por meio de geoestatística. A suscetibilidade magnética correlaciona-se significativamente ao fósforo adsorvido, o que possibilita seu uso como componente de funções de pedotransferência para quantificação indireta do fósforo adsorvido ao solo. O índice de avermelhamento e a suscetibilidade magnética apresentam dependência espacial com o fósforo adsorvido. A suscetibilidade magnética e o índice de avermelhamento dos solos, avaliado pela espectroscopia de reflectância difusa, podem auxiliar no mapeamento e na identificação de áreas com diferentes potenciais de adsorção de fósforo.

  16. Comparações entre as propriedades químicas de solos das regiões da floresta amazônica e do cerrado do Brasil Central Comparisons of chemical properties of forest (Amazon region and savanna soils (central region of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.L.I. Demattê

    1993-09-01

    e para os solos argilosos a muito argilosos, o teor de carbono orgânico é sempre mais elevado na região de cerrado. Não houve diferenças significativas entre o teor de carbono orgânico dos solos com vegetação de cerrado e cerradão. Por outro lado, o teor de carbono orgânico dos latossolos da região Amazônica é mais elevado do que dos PVA.Chemical properties were studied in soil samples from two main fisiographic regions of Brazil: the Amazon region represented by the tropical rain forests and the Brazilian central region represented by the savanna (cerrado vegetation. For this study 17 profiles were selected from the Triângulo Mineiro area: 6 profiles from Goias state, and 5 profiles from the south eastern part of the Mato Grosso State. Most of the profiles are oxisols from medium to clayey texture. For the Amazon region 76 profiles were selected (38 oxisols and 38 ultisols located from Para to Acre States. The following depths were selected: 0-10 cm; 10-40 cm; 40-80 cm and 80-100 cm. The litter layer was not studied. The savanna region has soil in a more advanced weathered stage than the Amazon region. The Ki index of savanna soils varies from 6.0 to 1.5 and of Amazon soils the variation is from 1.3 to 2.5 that included Oxisols (Ki from 1.3 to 2.0 and Ultisols (Ki above 2.0. This indicates that the clay mineralogy of savanna soils is represented by an oxidic mineralogy that is more stable than in the Amazon region represented by a caulinitic mineralogy with 2:1 contribution. The Amazon soils are more acid and present exchangeable At in higher amounts than savanna soils with a direct effect on chemical management. Soils pH correction requires more lime in Amazon soils than in the savanna. The are great differences in both regions between base saturation and pH index. In Amazon soils the pH increase follows the base saturation while this does not occur in savanna soils. In sandy soils the organic carbon is higher in Amazon for all depths studied. In

  17. Potencial fertilizante da serapilheira de espécies lenhosas da Caatinga na recuperação de um solo degradado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anacláudia Alves Primo

    Full Text Available RESUMO O uso da serapilheira de espécies da Caatinga, na recuperação de solos degradados, é uma alternativa interessante, por contribuir para o retorno de nutrientes para o solo e favorecer a ciclagem de elementos e a melhoria da fertilidade. Objetivou-se, com este trabalho, mensurar os efeitos da aplicação de doses da fração folhas, da serapilheira de oito espécies da Caatinga, sobre a fertilidade de um solo degradado e a produção de sorgo. Adotou-se delineamento em blocos casualizados, com cinco tratamentos e cinco repetições, com doses de serapilheira, equivalentes a 0, 15, 30, 60 e 120 kg ha-1 de N, por espécie. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, utilizando-se um Planossolo Nátrico Órtico coletado em área degradada do município de Irauçuba, CE. Coletaram-se folhas, sem sinal de decomposição, de Combretum leprosum Mart., Mimosa caesalpiniifolia Benth., Mimosa tenuiflora (Willd. Poir., Libidibia ferrea (Mart. ExTul. L.P. Queiroz, Poncianella piramydalis (Tul. L.P. Queiroz, Aspidosperma pyrifolium Mart, Cordia oncocalyx Allemão e Croton sonderianus Muell. Arg. Aos 75 dias após a germinação, realizou-se o corte das plantas, sua secagem e a quantificação da matéria seca e a análise de N-total e do acúmulo de N. A amostragem do solo foi feita após o corte do sorgo. O incremento das doses dos resíduos de mofumbo, jucá, catingueira, pereiro e pau-branco elevou as concentrações de P, K, Ca e Mg, o resíduo de marmeleiro acidificou o solo. Jurema e pau-branco elevaram a produção de biomassa do sorgo e o acúmulo de N.

  18. Comparison of estimation methods of soil strength in five soils Aplicação de diferentes métodos para estimar a resistência de cinco solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ayodele Ebenezer Ajayi

    2009-06-01

    para descrever a suscetibilidade a deformação através da pressão causada pelas máquinas agrícolas. Os objetivos deste estudo foram comparar diferentes métodos para estimar a resistência do solo e identificar suas potencialidades para avaliar a capacidade de suporte de carga, a suscetibilidade à compactação e o crescimento de raiz. Os atributos físicos, químicos, mineralógicos e de resistência de amostras de solo, coletadas em cinco trincheiras situadas em várias localidades no Brasil, foram medidos neste estudo. Quatro solos muito argilosos (CS e três franco-argiloarenosos (SCL foram usados. Os solos argilosos foram coletados em um Fazenda em Santo Ângelo, RS (28 º 16 ' 16 '' S; 54 º 13 ' 11 '' W; 290 m; e os horizontes A e B, na Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG (21 º 13 ' 47 '' S; 44 º 58 ' 6 '' W; 918 m, e na Fazenda da Syngenta, Uberlândia, MG (18 º 58 ' 37 '' S; 48 º 12 ' 05 '' W; 866 m. Os solos franco-argiloarenosos foram coletados em Aracruz, ES (19 º 47 ' 10 '' S; 40 º 16 ' 29 '' W; 81 m, e na Fazenda Xavier, Lavras, MG (21 º 13 ' 24 '' S; 45 º 05 ' 00 '' W; 844 m. A resistência dos solos foi obtida com um consolidômetro pneumático, penetrômetro de bolso manual (não giratório e um penetrômetro automatizado (giratório. Os resultados da resistência do solo foram similares nos três métodos. A estrutura do solo influenciou significativamente sua resistência. Medições com o penetrômetro de bolso manual e o automatizado produziram resultados semelhantes, indicando influência da textura do solo. Os resultados mostraram que, para aumentar a confiabilidade na predição da pressão de preconsolidação usando penetrômetros, é melhor separar os solos em diferentes classes texturais do que analisá-las juntas. Apesar de o método do consolidômetro ser caro, conclui-se que este é o melhor método quando são desejadas avaliações da capacidade de suporte de carga e da suscetibilidade à compactação do solo.

  19. Estimativa da porosidade drenável de um solo de várzea a partir da tensão da água no solo Assessment of drainable porosity of a holm soil from soil-water tension

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.E. Queiroz

    1995-12-01

    Full Text Available Um modo alternativo para estimativa da porosidade drenável em função da tensão da água no solo a partir da equação de VAN GENUCHTEN para a curva de retenção, é apresentado e testado para dados obtidos de um solo de várzea ( Gleissolo Eutrófico, textura argilosa. Curvas de retenção de água foram elaboradas com amostras de solo com estrutura indeformada. Na análise dos resultados verificou-se que o maior componente de erro foi devido a causas aleatórias, representando cerca de 12 vezes o erro sistemático. Os índices estatísticos utilizados para verificar o grau de ajuste dos dados experimentais à relação funcional apresentada entre porosidade drenável e tensão de água no solo, mostraram que esta relação pode ser utilizada para estimativa da porosidade drenável, a partir do conhecimento dos parâmetros empíricos da equação de VAN GENUCHTEN.An alternative way to assess the drainable porosity as a function of soil-water tension, from the soil-water retention curve (Van Genuchten's model, is presented for data of a clayey holm gley soil of the county of Piracicaba, SP, Brazil. Soil-water retention curves were determined using undisturbed soil samples. The analysis of the results has shown that the data variability was mainly due to random causes. Statistical indexes used to verify the degree of fitting of the experimental data to the proposed model, have shown that the model can be used to estimate the drainable porosity from the empirical parameters of the Van Genuchten model.

  20. Efeito residual de sulfentrazone, isoxaflutole e oxyfluorfen em três solos Residual effect of sulfentrazone, isoxaflutole and oxyfluorfen in three soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.A.D Melo

    2010-12-01

    Full Text Available As características físicas e químicas do solo, além das condições climáticas, influenciam o comportamento de herbicidas aplicados em pré-emergência das plantas daninhas. Dessa forma, objetivou-se avaliar o efeito residual de sulfentrazone, isoxaflutole e oxyfluorfen em três solos. O ensaio foi conduzido em ambiente protegido e o delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos, para cada solo, foram dispostos em esquema fatorial 3 x 5, sendo três herbicidas e cinco épocas de semeadura após aplicação dos produtos. Os herbicidas sulfentrazone, oxyfluorfen e isoxaflutole foram aplicados nas doses de 0,5, 0,72 e 0,113 kg ha-1, respectivamente, sobre potes plásticos de 250 mL previamente preenchidos com os dois solos de textura argilosa e um de textura franco-arenosa. Posteriormente, procedeu-se à semeadura da espécie bioindicadora Sorghum bicolor de forma escalonada, aos 0, 15, 30, 45 e 60 dias após a aplicação (DAA. Uma testemunha sem herbicida foi semeada nas diferentes épocas para cada solo e usada como comparação nas avaliações. Aos 21 dias após a semeadura em cada época, realizaram-se avaliações de intoxicação e crescimento das plantas através da massa seca da parte aérea. As plantas de sorgo, no solo argiloso com 9,0 dag kg-1 de matéria orgânica (MO submetido à aplicação de isoxaflutole, sulfentrazone e oxyfluorfen, produziram massa seca da parte aérea igual a 34, 20 e 40%, respectivamente, aos 60 DAA, em relação às plantas crescidas nesse solo sem aplicação do herbicida. No solo franco-arenoso, observou-se elevado efeito residual dos herbicidas sulfentrazone e oxyfluorfen e diminuição do efeito residual do isoxaflutole ao longo do tempo, com 80, 90 e 40% de controle aos 60 DAA, respectivamente. No solo argiloso com 4,4 dag kg-1 de MO, verificou-se que o herbicida isoxaflutole perdeu a eficácia de controle ao longo do tempo, diferentemente do

  1. Mineralogia, morfologia e análise microscópica de solos do bioma cerrado Mineralogy, morphology and microscopic analysis of soils of the cerrado biome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. B. V. Gomes

    2004-08-01

    Full Text Available As características macro e micromorfológicas dos horizontes diagnósticos superficiais e subsuperficiais de Latossolos e Neossolos Quartzarênicos das superfícies Sul-Americana e Velhas foram estudadas em perfis sob cobertura de vegetação nativa, visando estabelecer um referencial para futuras comparações com áreas similares sob constante intervenção antrópica em termos de sustentabilidade. Com os solos referenciados por sub-região e pela superfície geomórfica que representam, três agrupamentos foram constituídos: Grupo 1: solos de textura argilosa a muito argilosa e hipo a mesoférricos; Grupo 2: solos de textura média a arenosa e hipoférricos, e Grupo 3: solos de textura argilosa a muito argilosa e férricos. O horizonte Bw dos Latossolos argilosos e muito argilosos estudados (Grupos 1 e 3, com relações cauliníticas/(caulinita + gibbsita variando de 0,27 a 0,77, apresentaram grande coincidência de estrutura e microestrutura, respectivamente, forte muito pequena granular e de microagregados. Os solos do Grupo 2, Latossolos de textura média e um Neossolo Quartzarênico, apresentaram o plasma preferencialmente como películas aderidas aos grãos que dominam o fundo matricial. A presença marcante de agregados na fração areia, resistentes ao tratamento para dispersão da terra fina, se deu apenas nos Latossolos argilosos e muito argilosos do Grupo 3 (com caráter férrico e em parte do Grupo 1 (naqueles mais gibbsíticos. No leste de Goiás, o horizonte Bw dos perfis de G2, Latossolos Amarelos de mineralogia gibbsítica e isenta de hematita, apresentaram feições observadas em lâmina delgada de cor vermelha e agregados residuais da fração areia com hematita detectada pela difração de raios-X, aspectos que corroboram a hipótese de um pedoambiente mais úmido dessa posição na paisagem relativamente à posição G1, com perfis de Latossolos Vermelhos.The macro and micromorphological characteristics of the surface and

  2. INDICADORES MACRO E MICROMORFOLÓGICOS DA QUALIDADE FÍSICA DE UM LATOSSOLO VERMELHO CULTIVADO COM CANA-DE-AÇÚCAR

    OpenAIRE

    Silva, Adriana Aparecida; Castro, Selma Simões de

    2015-01-01

    Resumo O sudoeste do estado de Goiás se destaca no processo de expansão recente do cultivo da cana-de-açúcar, em especial a microrregião de Quirinópolis, onde inicialmente foram substituídas áreas de cultura anual, sobretudo soja, e em seguida áreas de pastagem, sobre Latossolo Vermelho distroférrico argiloso (LVdf), que apresenta alto potencial de compactação. O objetivo desse trabalho foi avaliar o processo de compactação de tais solos cultivados com cana-de-açúcar, considerando que os perf...

  3. Sistema de aquisição de dados para equipamento de medida da permeabilidade intrínseca do solo ao ar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Roberto da Silveira

    2011-04-01

    Full Text Available A permeabilidade intrínseca - ou simplesmente permeabilidade do solo ao ar - é uma propriedade importante para a identificação de alterações no espaço poroso do solo causadas pelas práticas de manejo, na estimativa de propriedades do solo mais difíceis e onerosas e na composição de modelos de fluxo de fluidos em solos agrícolas e em solos contaminados. O objetivo do presente estudo foi construir um sistema de aquisição de dados (módulo eletrônico e programa computacional para a medida da permeabilidade do solo ao ar em laboratório, utilizando-se materiais disponíveis no local e ferramentas computacionais de acesso livre. O sistema de aquisição de dados mostrou-se bastante preciso na determinação da permeabilidade do solo ao ar, com intervalo de confiança de 9,42 ± 0,085 μm² (95 %, para uma amostra-padrão constituída de partículas com diâmetro de 0,106 a 0,250 mm da fração areia de um Latossolo Vermelho-Amarelo textura média. A estimativa da permeabilidade do solo ao ar, considerando a viscosidade dinâmica do ar em função da temperatura, foi significativamente maior que a estimativa com valor fixo de viscosidade dinâmica em aproximadamente 20 ºC. A medição realizada em uma amostra de solo com estrutura indeformada de um Latossolo Vermelho foi tão precisa quanto à da amostra-padrão, e a estimativa da massa de água removida da amostra foi de 3,27 mg.

  4. Avaliação Multitemporal da Susceptibilidade Erosiva na Bacia do Rio Urucuia (Mg Por Meio da Equação Universal de Perda de Solos.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarisse Lacerda Mata

    2007-12-01

    Full Text Available A Equação Universal de Perda de Solos (EUPS é um modelo de predição de perda de solo segundo um produto da erosividade da chuva, Fator R, da erodibilidade do solo, Fator K, do comprimento de rampa, Fator L, da declividade da vertente, Fator S, da cobertura e do manejo, Fator C, e das práticas conservacionistas, Fator P. Esta metodologia de predição de perda de solos, tem também tem sido utilizada como um instrumento de avaliação de risco à erosão e como medida de planejamento em bacias de uso agrícola. Assim, o presente trabalho tem por objetivo identificar as mudanças da erosão do solo na Bacia do Rio Urucuia, Minas Gerais, Brasil, através dos resultados da EUPS para 1987 e 2007. A Bacia do Rio Urucuia é tributária da Bacia do Rio São Francisco, com aproximadamente 25.000 km², contribui com 10% de vazão e 18% da carga de sedimentos. A metodologia usou o SIG para obtenção do Fator Topográfico (LS e o Sensoriamento Remoto para a determinação dos fatores de cobertura e  manejo (C e práticas conservacionistas (P. A classificação das imagens Landsat-TM foi feita pelo método ISODATA para dois anos, 1987 e 2007. A análise multitemporal determinou para a área estudada a ocorrência de mudanças significativas na erosão do solo, no final de vinte anos. O fator mais significativo para a degradação e erosão foi o aumento das áreas agrícolas. Os resultados mostram a distribuição espacial das distintas áreas propensas à erosão na bacia, onde práticas conservacionistas são fundamentais na prevenção da perda de solo por erosão. A análise é importante para o planejamento ambiental, e pode dar subsídio ao estabelecimento de cenários que visem o desenvolvimento sustentável da bacia.

  5. Impacto do manejo dos resíduos da colheita, do preparo do solo e da adubação na produtividade de eucalipto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frederico Alfenas Silva Valente Paes

    2013-08-01

    Full Text Available Tem sido cada vez maior a preocupação das empresas do setor florestal em adotar práticas pautadas na conservação do solo e da água. Nesse sentido, este trabalho teve por objetivo avaliar o impacto do manejo dos resíduos da colheita, do preparo do solo e do uso de resíduos industriais, na fertilidade do solo e produtividade de eucalipto. O experimento foi iniciado após o corte raso de um plantio comercial de EUCALYPTUS GRANDIS, onde os resíduos da colheita foram manejados (retirada de todo o resíduo; remoção da casca e dos galhos com diâmetro superior a 3,0 cm; e manutenção de todos os resíduos na superfície do solo. Em seguida, realizaram-se o preparo do solo (com subsolador de uma e três hastes, a aplicação dos resíduos industriais (resíduo de celulose e cinzas na superfície do solo e o plantio de mudas de EUCALYPTUS GRANDIS X E. UROPHYLLA Foi utilizado o delineamento em blocos ao acaso, contendo oito tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos consistiram da combinação dos diferentes tipos de manejo dos resíduos da colheita, preparo do solo e aplicação dos resíduos industriais. Cada parcela experimental foi composta por cinco linhas com 19 plantas cada. Aos 83 meses após o plantio, foram medidos o DAP (diâmetro à altura do peito e a altura das árvores, para cálculo do volume de madeira. A fertilização e a manutenção dos resíduos da colheita florestal elevaram os teores de Ca2+ e Mg2+ trocáveis no solo. A manutenção total dos resíduos vegetais na área após a colheita resultou em aumento de 71,7 m³ ha-1 de madeira, quando comparado à remoção de todos os resíduos. Não houve diferença entre os modos de preparo do solo com subsolador de uma e três hastes, quanto ao volume de madeira. Os maiores volumes de madeira foram obtidos dos tratamentos que receberam as maiores quantidades de resíduo de celulose e cinzas, ao mesmo tempo em que foi mantida parte do resíduo vegetal após a colheita

  6. Sorção do imazapyr em solos com diferentes texturas Imazapyr sorption in soils with different textures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.E. Firmino

    2008-06-01

    Full Text Available O conhecimento do comportamento de herbicidas no ambiente, sobretudo no solo, permite a predição de possíveis impactos do seu uso em sistemas agrícolas. Com o intuito de avaliar a sorção do herbicida imazapyr no solo, foi realizado um experimento, utilizando sorgo (Sorghum bicolor como planta bioindicadora. A sorção do imazapyr foi avaliada em areia lavada e em três solos, com as seguintes texturas: muito argilosa, franco-argilo-arenosa e areia-franca, provenientes, respectivamente, das cidades de Sete Lagoas, João Pinheiro e Rio Casca, em Minas Gerais. Foram determinados: o valor de I50 (dose que inibiu 50% no acúmulo de massa seca da planta-teste e a relação de sorção [RS = (I50 solo -I 50 areia/I50 areia]. Os valores de I50 observados foram: 29,41; 10,20 e 7,33 mg kg-1, e a relação de sorção (RS: 9,77; 2,73 e 1,68, respectivamente para os solos muito argiloso, franco-argilo-arenoso e areia franca. O herbicida imazapyr apresentou a seguinte ordem de sorção nos substratos: muito argiloso > franco-argilo-arenoso > areia-franca > areia lavada. Em solos arenosos e com baixos teores de matéria orgânica, a baixa sorção do imazapyr predispõe o produto à lixiviação no perfil do solo, podendo contaminar mananciais de águas subterrâneas.Knowledge about herbicide behavior in the environment, especially in soil, allows predicting possible impacts caused by its use in agricultural systems. An experiment using Sorghum bicolor as a bio-indicator was carried out to evaluate imazapyr sorption in soil. Sorption was evaluated in washed sand and in soils of 3 different textures: very clayed, sandy clayed loam and sandy loam, respectively from Sete Lagoas, João Pinheiro and Rio Casca - Minas Gerais. The value of I50, which inhibits 50% of dry biomass accumulation of the test-plant, and sorption relation (SR = I50 soil - I50 sand/I50 sand were determined. I50 values observed were 29.41, 10.20 and 7.33 mg kg-1 and SR values were 9

  7. Atributos do Solo Relacionados com a Produção da Castanheira-do-Brasil (Bertholletia excelsa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirian Gomes Costa

    2017-05-01

    Full Text Available RESUMO Neste estudo foram analisados os atributos do solo relacionados com variações na produção de frutos da castanheira bem como o estado nutricional da espécie. As árvores foram selecionadas em parcela permanente (Caracaraí, RR e divididas em quatro classes de produção: alta, média, baixa e muito baixa. Em novembro de 2009, amostras de solo e folhas foram coletadas para se avaliar a fertilidade do solo, o número de esporos de fungos micorrízicos arbusculares e o estado nutricional das árvores. Árvores com maior produção de frutos ocorreram associadas a maior teor de Al trocável na camada de 0-20 cm do solo, bem como a menor valor de pH e saturação por bases. A variável discriminante resultante deste estudo não foi considerada como responsável por interferir no potencial produtivo da castanheira-do-brasil, mas serviu como indicativo de que árvores mais produtivas contribuem na remoção de bases trocáveis, favorecendo a acidificação do solo.

  8. EFICIÊNCIA DE SOLUÇÕES DENSAS NO FRACIONAMENTO FÍSICO DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Cesar Conceição

    2015-04-01

    Full Text Available Os mecanismos de estabilização da matéria orgânica (MO têm sido estudados em solos tropicais e subtropicais brasileiros; no entanto, poucos trabalhos avaliaram a influência da parte metodológica do uso das soluções nos resultados obtidos. Objetivou-se avaliar a eficiência de duas soluções salinas (iodeto de sódio - NaI 1,8 kg dm-3 e politungstato de sódio - PTS 2,0 kg dm-3 na separação de frações densimétricas da MO em dois solos (Argissolo Vermelho do sul do Brasil - 220 g kg-1 argila e Latossolo Vermelho do Cerrado - 630 g kg-1 argila e o reflexo dessa eficiência na magnitude e importância do mecanismo de proteção física por oclusão em agregados no acúmulo de MO em solos brasileiros. Amostras de solo coletadas nas camadas de 0,00-0,05; 0,05-0,10; e 0,10-0,20 m foram submetidas ao fracionamento físico densimétrico e separadas as frações leve livre (FLL, leve-oclusa (FLO e pesada (FP da MO do solo. O uso de PTS 2,0 kg dm-3 aumentou o rendimento de carbono orgânico (CO das FLL e FLO em ambos os solos em relação à solução de NaI 1,8 kg dm-3, sendo o efeito mais pronunciado na FLO. A utilização do sistema plantio direto (PD aumentou os estoques de CO total na camada de 0,00-0,05 m do Argissolo em relação ao solo em preparo convencional (PC. O mecanismo de proteção física da MO por oclusão em agregados foi efetivo no aumento dos estoques de C do solo, sendo responsável por aproximadamente ⅓ do acúmulo na camada superficial do Argissolo (0,00-0,05 m. Para o Latossolo, não houve diferenças entre o estoque de CO total do PD e do PC, porém o solo sob PD apresentou acúmulo de aproximadamente ⅔ do estoque de C como FLO na camada superficial do solo. A proteção física por oclusão em agregados é um mecanismo expressivo na estabilização e sequestro de C em solos tropicais e subtropicais, cuja importância pode ser mascarada pela baixa eficiência da solução de NaI em estudos de fracionamento

  9. Manejo da fertirrigação e controle da salinidade do solo sob ambiente protegido, utilizando-se extratores de solução do solo Fertigation management and soil salinity control in a protected ambient using soil solution extractors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nildo da S. Dias

    2005-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o uso de extratores de soluções do solo no auxílio ao manejo da fertirrigação e no controle da salinidade em solo cultivado com melão rendilhado, conduziu-se um estudo em ambiente protegido na área experimental do Departamento de Engenharia Rural da ESALQ/USP, localizada no município de Piracicaba, SP. Os tratamentos se compunham da combinação de dois fatores: 6 níveis de salinidade inicial do solo (S1 = 1,0; S2 = 2,0; S3 = 3,0; S4 = 4,0; S5 = 5,0 e S6 = 6,0 dS m-1 e dois manejos de fertirrigação: tradicional e com controle da condutividade elétrica da solução do solo. Procedeu-se à salinização inicial do solo por meio da aplicação de soluções salinas preparadas a partir de fertilizantes, em que a quantidade de sais a ser adicionada foi determinada tomando-se por base uma curva de salinização artificial, obtida previamente em laboratório. Os resultados mostraram que, com o uso de extratores de solução do solo, pode-se monitorar a concentração iônica da solução do solo, com precisão satisfatória. A salinidade do solo evoluiu com o tempo, estando os maiores níveis próximos à superfície do solo e do gotejador. A diferença no consumo de água entre os níveis de salinidade foi mais evidenciada no manejo controlado da fertirrigação, ajustando-se a um modelo quadrático.A study was carried out under greenhouse conditions at the experimental area of the Department of Rural Engineering of "Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz-USP", Piracicaba, São Paulo state, Brazil, aiming to evaluate the performance of ceramic cup samplers in fertigation management and soil salinity control in a plot cultivated with netmelon. The treatments consisted of combination of two factors: six levels of initial soil salinity (S1 = 1.0, S2 = 2.0, S3 = 3.0, S4 = 4.0, S5 = 5.0 and S6 = 6.0 dS m-1 and two fertigation management control: the traditional and the control of electrical conductivity of soil

  10. Relação entre solo e haste sulcadora de semeadora em Latossolo escarificado em diferentes épocas Soil and planter shank relation in an Oxisol chiseled at different times

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David Peres da Rosa

    2008-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar a duração dos efeitos da escarificação em Latossolo Vermelho argiloso, pelo estudo da relação entre solo e haste sulcadora de semeadora. Os tratamentos foram: solo sob semeadura direta há 13 anos; solo escarificado há quatro anos (2001; solo escarificado há dois anos (2003; e solo escarificado há seis meses (2005, todos com ou sem tráfego de máquinas agrícolas. Dados de esforço vertical, momento associado à haste sulcadora, área de solo efetivamente mobilizada, resistência específica operacional, macroporosidade, microporosidade, porosidade total e densidade do solo foram coletados, e o esforço de tração na haste sulcadora foi calculado. A demanda de esforços aumentou com o incremento no decurso do tempo de execução da escarificação, e o solo escarificado há seis meses apresentou a menor demanda. O solo escarificado há quatro anos apresentou comportamento similar ao solo sob semeadura direta, e ofereceu a menor área mobilizada e a maior resistência operacional. Nos parâmetros físicos, diferenças foram observadas apenas na camada 0-0,10 m, onde o solo recém escarificado apresentou a maior macroporosidade, e menor microporosidade e densidade do solo. Após quatro anos, não se evidenciou mais o efeito da escarificação na relação entre solo e haste sulcadora.The objective of this study was to evaluate the chiseling effect duration in an Oxisol, based on the study of soil and planter shank relation. The treatments were: no-till for 13 years; four years since chiseling (2001; two years since chiseling (2002; and six months since chiseling (2005, where all treatments were submitted or not to traffic with agricultural machinery. Data about vertical force and moment associated to: shank, soil mobilized area, specific operational resistance, macroporosity, microporosity, total porosity and soil density, were collected, and draught on shank was calculated. Increasing of time since

  11. Taxonomia de solos desenvolvidos sobre depósitos sedimentares da formação Solimões no estado do Acre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago de Andrade Bernini

    Full Text Available Os solos do Estado do Acre na maioria são formados sobre material de origem com grande influência da orogênese Andina, com elevados teores de Ca2+, Mg2+ e Al3+ concomitantemente, associado às combinações diferenciadas dos valores da CTC, V e m. O objetivo deste trabalho foi caracterizar e classificar os solos de uma topossequência sobre material sedimentar da Formação Solimões, no município de Feijó, Acre. Foram abertas trincheiras em três pontos de uma topossequência: terço superior (P1, terço médio (P2 e terço inferior (P3. Os solos foram analisados quanto a morfologia, granulometria (areia, silte e argila, complexo sortivo (Ca2+, Mg2+, Na+, K+ e Al3+, acidez potencial (H+Al, P assimilável, pH (água e KCl, superfície específica, ataque sulfúrico (óxidos de Fe, Al, Ti e Si, mineralogia (frações areia, silte e argila. Os solos foram classificados segundo o Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS, 2006 e apresentada uma proposta de classificação considerando as peculiaridades do solos da região. Os solos têm baixo grau de desenvolvimento pedogenético, com minerais da fração argila de alta atividade, além da presença de minerais primários, como feldspatos e plagioclásios, nas frações areia e silte. Os solos foram classificados segundo o SiBCS atual como Argissolo Vermelho Álitico plíntico (P1, Argissolo Acinzentado Distrófico plíntico (P2 e Cambissolo Háplico Ta Eutrófico típico (P3.

  12. Da “política de solos” a uma política de protecção do solo.

    OpenAIRE

    Alexandre, Carlos

    2005-01-01

    O solo é um recurso vital para o meio ambiente e para as sociedades humanas A urbanização crescente e a evolução tecnológica das sociedades desenvolvidas tendem a induzir no cidadão comum um certo alheamento acerca da nossa dependência do solo. No entanto, 99% da biomassa para alimentação e para outros fins básicos provém do solo (estatísticas da FAO, 2004) o que mostra como este é um recurso vital para a humanidade, praticamente tanto como o ar e a água. Nes...

  13. Formigas como bioindicadores da qualidade do solo em sistema integrado lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Aparecido Crepaldi

    2014-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a comunidade de formigas em sistemas envolvendo a rotação entre lavoura e pecuária, sob plantio direto, comparado a outros sistemas de manejo e com sistemas naturais da região. O estudo foi conduzido no Município de Dourados, MS, sob Argissolo Vermelho distroférrico típico, num sistema integrado lavoura-pecuária, em plantio direto, rotacionado a cada dois anos. Outros sistemas de manejo avaliados, para comparação, incluíram o sistema convencional (aração e gradagem, sistema plantio direto e pastagem cultivada continuamente com Brachiaria decumbens, além de dois fragmentos de vegetação nativa, nos biomas Cerrado e Floresta Semidecídua. A coleta de solo foi realizada no período chuvoso (safra 2009/2010, sendo as amostragens de serapilheira realizadas com a utilização de extratores do tipo mini-Winkler, seguindo o protocolo ALL (Ants of the Leaf Litter. Os resultados indicaram morfoespécies de Strumygenys sp. e Hypoponera sp. como potencial bioindicadores de qualidade do solo. O estudo demonstrou que a importância da manutenção de fragmentos florestais (Cerrado e Floresta Semidecídua e implementação de sistemas integrados, tais como lavoura-pecuária, são menos impactantes para a mesofauna de solo e contribuem para a conservação da diversidade de formigas e manutenção da qualidade do solo.

  14. Funcionalidades ambientais de solos altomontanos na Serra da Igreja, Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Bergamini Scheer

    2011-08-01

    Full Text Available Apesar de ainda existirem ecossistemas altomontanos no Paraná em excelente estado de conservação, iminentes ameaças antrópicas e a fragilidade desses ambientes têm sido motivos de preocupação. Este trabalho teve os seguintes objetivos: caracterizar solos de área representativa dos campos e florestas altomontanas ocorrentes na Serra da Igreja; apontar quais os possíveis fatores pedológicos que resultam nessas diferentes fitotipias; e caracterizar algumas das suas funcionalidades ambientais (estoque de C e de água. Os principais solos encontrados nos campos foram Organossolos Fólicos fíbricos/sápricos (líticos e típicos e Organossolos Háplicos fíbricos/sápricos (típicos e térricos e, nas florestas altomontanas, Gleissolos Háplicos alíticos típicos. Ambas as classes são de solos distróficos, extremamente ácidos, com alta saturação por Al trocável e altos teores de C orgânico total. A distribuição das florestas altomontanas está fortemente controlada por vales e colos de cumeeiras, os quais estão sujeitos a processos morfogenéticos que resultam em solos com horizontes minerais. Já os campos estão estabelecidos em topos, onde processos pedogenéticos promoveram espessamento de horizontes hísticos, os quais, em função de suas características intrínsecas, aliadas aos fortes ventos, parecem conter com sucesso o avanço da floresta sobre o campo. Os estoques de C por unidade de área nos solos dos campos são superiores aos dos solos das florestas altomontanas, sendo ambos considerados altos quando comparados aos dados de outros ecossistemas, sendo duas a três vezes maiores do que os encontrados em solos de ecossistemas de altitudes mais baixas na mesma latitude. Também foi constatada alta capacidade de retenção hídrica devido à porosidade total verificada nos horizontes hísticos, os quais têm o potencial de reter em média 12 vezes seu volume em água.

  15. Eefeito das propriedades físicas e químicas do solo em algumas propriedades da madeira de teca (Tectona grandis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Róger Moya

    2010-12-01

    Full Text Available Estudou-se o efeito das propriedades físicas e químicas do solo em algumas propriedades da madeira de Tectona grandis oriundas de plantações entre 7 e 15 anos de idade, localizadas nas regiões Norte e Noroeste da Costa Rica, as quais apresentam dois tipos de clima (tropical seco e tropical úmido e com grande variedade de fertilidade de solo. As análises do solo consistiram no estudo de suas propriedades físicas (porcentagem de argila, limo e areia, densidade aparente, porcentagem de retenção de água e de água útil, retenção 15 Bar e 0,33 Bar e propriedades químicas (pH, acidez e conteúdo de Ca, Mg, K, P, Zn, Cu, Fe e Mn. As contrações tangenciais e radiais foram as propriedades da madeira mais correlacionadas com as características do solo, seguidas da porcentagem de cerne, medula e casca e teor de umidade na condição verde. A propriedade de menor correlação foi a densidade básica, enquanto a contração volumétrica não foi correlacionada com nenhuma propriedade do solo. Os coeficientes de correlação foram altamente significativos (a = 0,05, embora baixos valores (<0,67 foram encontrados, provavelmente influenciados pela ampla variedade das condições de clima e de solo amostrados. As propriedades físicas e químicas do solo não apresentaram influência expressiva nas propriedades da madeira de teca. Assim, apesar da grande variedade de solos existente na Costa Rica, a Teca pode ser cultivada comercialmente em todos eles sem que ocorram grandes variações nas propriedades da madeira.

  16. RELAÇÃO ENTRE DENSIDADE DO SOLO E CONTEÚDO DE ÁGUA EM REPETIDOS CICLOS DE CONTRAÇÃO E EXPANSÃO EM UM LATOSSOLO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Ivonir Gubiani

    2015-02-01

    Full Text Available A compactação do solo é uma consequência indesejável do uso agrícola do solo, sobretudo em sistemas de cultivo com mínimo revolvimento do solo, como é o caso do plantio direto (PD. Contudo, a compactação que o tráfego de máquinas causa no solo sob PD não inviabiliza a produção das culturas, indicando que mecanismos intrínsecos a ele promovem reversão da compactação. Neste estudo, avaliou-se a influência de ciclos de contração e expansão sobre a densidade do solo (ρ de um Latossolo Vermelho argiloso (0,57 kg kg-1 de argila e 0,12 kg kg-1 de areia e a mudança temporal da ρ no campo. Amostras de solo foram compactadas no laboratório até atingirem ρ de 1464 kg m-3 e submetidas a cinco ciclos de contração (secagem ao ar e expansão (saturação. Durante a contração, foi monitorado o conteúdo gravimétrico de água e a ρ. A ρ foi medida também no campo, nos anos de 2010, 2011 e 2013. O decréscimo do conteúdo de água nas amostras provocou aumento da ρ conforme uma função sigmoide com duas assíntotas, e o aumento da ρ foi expressivo em conteúdos de água menores que o do ponto de murcha permanente (1,5 MPa. Embora tenha havido aumento da ρ durante a contração, os sucessivos eventos de contração e expansão reduziram gradativamente a ρ de 1713 para 1570 kg m-3 (final da contração, e de 1464 para 1385 kg m-3 (próximo à saturação. Em solo compactado no campo também foi verificado a variação decrescente de ρ (de 1406 para 1327 kg m-3 a uma taxa de -26 kg m-3 ano-1. Concluiu-se que a diminuição do grau de compactação no campo está ligada em grande parte ao mesmo mecanismo que diminuiu o grau de compactação das amostras no laboratório. Assim, no solo usado neste estudo, a contração e expansão conseguiram reverter grande parte da compactação que o tráfego de máquinas causa nele.

  17. Resposta da cana-de-açúcar à aplicação da escória de siderurgia como corretivo de acidez do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. M. Prado

    2001-03-01

    Full Text Available A acidez elevada dos solos da região sudeste e centro-oeste do Brasil predomina onde se concentra a maior área cultivada com cana-de-açúcar. Grandes depósitos de escória de siderurgia, que contêm nutrientes como cálcio e magnésio e apresentam ação corretiva de acidez, localizam-se também naquelas regiões. O presente trabalho objetivou avaliar diferentes níveis de saturação por bases, utilizando como corretivo do solo a escória de siderurgia, comparando-a com calcário calcítico, nas alterações de alguns atributos químicos do solo, bem como na resposta da cana-de-açúcar, durante os dois primeiros cortes. Para isto, foi realizado um experimento com a cana-de-açúcar, variedade SP 80-1842, nos anos agrícolas 98/99 e 99/00. Os tratamentos, dispostos em blocos casualizados em esquema fatorial com quatro repetições, constaram de duas fontes de corretivos, calcário calcítico e escória de siderurgia, e quatro níveis de correção, estimados pelo método da saturação por bases (V%: testemunha sem correção e correção para V% de 50, 75 e 100. Concluiu-se que os efeitos da aplicação do calcário e da escória de siderurgia foram semelhantes na correção da acidez do solo, na elevação da concentração de cálcio e magnésio do solo e na saturação por bases. As doses de calcário proporcionaram efeito quadrático sobre a produtividade e perfilhamento da cana-de-açúcar, enquanto as de escória resultaram em resposta linear.

  18. Aplicação de calcário e fósforo e estabilidade da estrutura de um solo ácido Effects of liming and phosphorus application on the structural stability of an acid soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. A. Albuquerque

    2003-10-01

    Full Text Available O presente estudo objetivou avaliar o efeito da aplicação de calcário e fósforo sobre o comportamento estrutural de um solo ácido com altos teores de argila e matéria orgânica, típico do planalto sul brasileiro. O experimento foi realizado no campo, num Latossolo Bruno, em Lages (SC, no delineamento de blocos ao acaso, disposto em parcelas subdivididas. Os tratamentos consistiram da aplicação, no início do experimento, de 0, 4,5 e 9,0 Mg ha-1 de calcário, combinada com adições anuais médias de fósforo correspondentes a 42, 84, 126 e 168 kg ha-1 de P2O5. Determinaram-se o grau de floculação da argila, a estabilidade de agregados, a condutividade elétrica, o ponto de efeito salino nulo (PESN e a composição química do solo. A dispersão da argila aumentou linearmente com a dose de calcário aplicada, o que foi relacionado com a elevação do PESN e do potencial elétrico superficial negativo. Essas alterações nos atributos fisico-químicos dos colóides de solo não interferiram, entretanto, sobre a estabilidade estrutural avaliada pelo diâmetro médio ponderado dos agregados, o que pode estar relacionado com o efeito indireto da calagem sobre a agregação graças ao maior aporte de resíduos vegetais ao solo e do estímulo à atividade biológica do solo, além da própria adição de Ca. A adição de P não alterou nenhum atributo físico analisado. A adição de calcário, apesar de aumentar a dispersão da argila, não comprometeu a qualidade física desse solo argiloso com alto tamponamento.The objective of this field experiment was to evaluate the effect of liming and phosphorus application on the structural stability of a clayey acid soil with high organic matter content, a typical feature of the southern Brazilian plateau. The study was carried out on a Brown Latosol (Haplohumox, in Lages, State of Santa Catarina, Brazil, in a split plot arrangement of a completely randomized block design. Treatments consisted of

  19. Efeito da desinfestação do solo pelo uso da energia solar sobre fungos micorrízicos arbusculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. Randig

    2002-03-01

    Full Text Available O uso da energia solar como método de desinfestação do solo apresenta como vantagens, além do baixo custo, ausência de riscos para a saúde humana e para o meio ambiente. Seus efeitos sobre microrganismos benéficos são, entretanto, pouco conhecidos. Objetivou-se, neste estudo, avaliar dois métodos de desinfestação do solo por meio da energia solar, quanto aos seus efeitos sobre fungos micorrízicos arbusculares (FMA. Os experimentos foram realizados na Embrapa Clima Temperado, Pelotas (RS, avaliando-se o efeito da solarização e de um coletor solar sobre uma população nativa de fungos micorrízicos. Após 30dias de tratamento, o potencial de inóculo de FMA, determinado pela técnica do número mais provável, foi reduzido em 93% pela solarização e em 99% pelo coletor solar. Verificou-se, ainda, que nas plantas de milho cultivadas em solo tratado durante dois dias no coletor solar, a colonização micorrízica foi, em média, inferior a 1%, não havendo colonização após nove dias de tratamento.

  20. Monitoramento sanitário de um sistema integrado de tratamento de águas residuárias da suinocultura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludmilla S. S. Barros

    2003-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o potencial de contaminação de águas residuárias da suinocultura. MÉTODOS: As águas residuárias da suinocultura foram estocadas em um tanque. Depois de 0, 30, 60, 90 e 120 dias de retenção hidráulica, foram incorporadas em lisímetros preenchidos com solos argilosos, arenosos e médios. Esses lisímetros foram então submetidos à simulação de duas condições climáticas: estação de chuvas e estiagem. O número de unidades formadoras de colônias de coliformes totais, coliformes fecais e estreptococos fecais foi medido nos efluentes do tanque de estocagem (para os diversos períodos de retenção hidráulica, nos percolados dos lisímetros e nos três tipos de solo. As análises microbiológicas foram realizadas através da técnica de membrana filtrante. As análises de pH foram realizadas potenciometricamente. RESULTADOS: Para os três microrganismos, as reduções bacterianas máximas no tanque de estocagem foram obtidas a partir de 90 dias de retenção. A quantificação bacteriana nos percolados dos três solos foi caracterizada por reduções elevadas. Em relação aos três tipos de solo, os maiores valores de redução bacteriana foram verificados nos solos médios, devido à sua acidez (pH < 7,0. Para os coliformes fecais a retenção hidráulica não foi suficiente para permitir a adequação sanitária das águas residuárias e sua utilização na irrigação (valores acima de 1 000 UFC.100 mL-1. Nesse caso, a incorporação desses resíduos nos solos foi caracterizada como uma segunda etapa de tratamento. CONCLUSÕES: A retenção da água residuária, seguida da aplicação no solo, mostrou-se eficiente na minimização do efeito contaminante dos resíduos da suinocultura. Recomenda-se uma diminuição no tempo de estocagem das águas residuárias da suinocultura, de 120 para 90 dias.

  1. Lixiviação e persistência de ametryn em solos da região canavieira do nordeste brasileiro

    OpenAIRE

    Silva, Kaliane de Souza

    2016-01-01

    O uso de herbicidas sem os conhecimentos básicos de suas interações com o solo e clima representa alto risco de contaminação ambiental e redução da biodiversidade. Para evitar esses problemas é fundamental compreender a dinâmica do herbicida no solo. Dois experimentos foram conduzidos, visando avaliar a dinâmica do ametryn em cinco solos da região canavieira do Nordeste brasileiro: Neossolo Quartzarênico; Argissolo; Espodossolo; Latossolo e Cambissolo. O primeiro experimento...

  2. Lixiviação de clomazone + ametryn, diuron + hexazinone e isoxaflutole em dois tipos de solo Ametryn + clomazone, diuron + hexazinone, and isoxaflutole leaching in two types of soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A. Monquero

    2008-01-01

    Full Text Available Objetivou-se neste trabalho avaliar a lixiviação de herbicidas pré-emergentes recomendados para cana-de-açúcar em solos com textura argilosa e média. Os ensaios consistiram na aplicação de ametryn + clomazone (1.500 + 1.000 g ha-1, isoxaflutole (187,5 g ha-1 e diuron + hexazinone (1.170 + 330 g ha-1 no topo das colunas de solo montadas em tubos de PVC. Foram simuladas precipitações pluviais de 10, 20, 40 e 80 mm decorridas 24 h da aplicação dos herbicidas. Os tubos foram desmontados para a semeadura de Sorghum bicolor e de Cucumis sativus, três dias após a simulação. O herbicida ametryn + clomazone em solo com textura argilosa foi detectado aos 20 e 35 cm de profundidade, nas aplicações de 10 e 80 mm de água, respectivamente. Em solo com textura média, observou-se maior efeito deste herbicida em todas as precipitações, em relação ao argiloso. Com a aplicação de 40 e 80 mm de água, o herbicida foi detectado até 35 cm de profundidade em solo com textura argilosa. O herbicida isoxaflutole aplicado em solo argiloso causou albinismo na parte aérea das plantas até 15 e 25 cm de profundidade no solo com chuvas de 10 e 80 mm, respectivamente. Em solo com textura média, as maiores simulações de chuva possibilitaram detectar este herbicida até 30 cm. Com a simulação de 80 mm de chuva, o herbicida diuron + hexazinone foi encontrado aos 30 cm de profundidade em ambos os solos, provocando efeitos tóxicos sobre as plantas bioindicadoras de 25 e 60% em solos argiloso e médio, respectivamente. Concluiu-se que todos os herbicidas avaliados têm tendência a serem lixiviados por influência das precipitações pluviais ou de irrigações artificiais, com efeitos mais pronunciados em solos com textura média e com menor teor de matéria orgânica.The objective of this work was to evaluate the leaching of pre-emerging herbicides recommended for sugarcane in clayey and medium soils. The experiments consisted in spraying ametryn

  3. Efeitos da solarização do solo na densidade populacional da tiririca e na produtividade de hortaliças sob manejo orgânico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    RICCI MARTA DOS SANTOS FREIRE

    2000-01-01

    Full Text Available Foi conduzido um ensaio de campo em Seropédica, Estado do Rio de Janeiro, para avaliar o efeito da solarização do solo na população infestante de tiririca (Cyperus rotundus e na produtividade de hortaliças submetidas a manejo orgânico. A solarização correspondeu à cobertura do solo com polietileno transparente (50 mim por um período de 210 dias. Houve um aumento da temperatura média da camada superficial do solo (0-10 cm da ordem de 23%, em relação ao das parcelas não-solarizadas. Após a retirada do plástico, cultivaram-se: cenoura (Daucus carota 'Brasília', repolho (Brassica oleracea var. capitata 'Astrus', beterraba (Beta vulgaris 'Tall Top Early Wonder' e vagem-anã (Phaseolus vulgaris 'Alessa'. Em termos gerais, a solarização reduziu em 59% a reinfestação pela tiririca. Nas parcelas solarizadas, houve significativo incremento das produtividades de cenoura (28%, vagem (32%, beterraba (37% e repolho (34%. A fixação biológica do nitrogênio, a julgar pela nodulação da vagem, não foi afetada pela solarização, mas a população de nematóides do solo sofreu considerável redução.

  4. Efeitos de sistemas de preparo do solo na erosão e na produtividade da acácia-negra (Acacia mearnsii de Wild..

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato A. Dedecek

    2010-08-01

    Full Text Available Os plantios homogêneos de acácia-negra nem sempre são feitos em solos adequados às exigências da espécie, seja pelo valor da terra ou proximidade da indústria. Diferentes sistemas de preparo podem melhorar as condições do solo, evitar problemas de erosão e diminuir custos de implantação. Em áreas de propriedade da TANAGRO S.A e da SETA S.A., nos municípios de Piratini e Butiá, RS, em dois tipos de solos distintos - Neossolo Litólico e Argissolo Vermelho-Amarelo, foram testados sistemas de preparo do solo com diferentes níveis de movimentação para plantio de acácia-negra: plantio de mudas em covas e plantio após subsolagens com duas, três e cinco hastes e uso de gradagens. Foram avaliados o crescimento em DAP e altura, anualmente, e produção de biomassa aérea no corte raso. Os solos foram caracterizados química e fisicamente em seus horizontes superficiais. Nas plantas, após sete anos, foram coletadas amostras de discos em seis posições no tronco para avaliação das densidades básicas. Preparo do solo com subsolador de cinco hastes apresentou maiores perdas de solo, que foram mensuráveis apenas até 18 meses após o plantio. Essas perdas de solo são extremamente importantes na sustentabilidade da produção do Neossolo Litólico, composto em 80% de calhaus e cascalho. O preparo reduzido do solo, com a abertura de covas manual e mecanicamente para plantio da acácia negra, não diminuiu o crescimento das plantas em ambos os solos estudados. No entanto, o desenvolvimento inicial das plantas de acácia negra, plantadas em sistema de preparo reduzido, foi mais lento (altura e DAP, defasagem que permaneceu até os 24 meses após o plantio.

  5. Estrutura da comunidade de artrópodes de solo em diferentes fitofisionomias da Reserva Particular do Patrimônio Natural – Sesc Pantanal, Brasil

    OpenAIRE

    Mudrek, Jessica Rhaiza; Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG); Massoli Junior, Edson Viana; Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG)

    2014-01-01

    As teias alimentares presentes na serrapilheira são de extrema importância para que haja a ciclagem dos nutrientes presentes no solo. A fauna de artrópodes de solo vem sendo estudada no Pantanal matogrossense para que ocorra identificação dos grupos, bem como sua riqueza e distribuição. O objetivo deste trabalho foi analisar a comunidade de artrópodes em duas fitofisionomias do Pantanal, além de verificar a relação da abundância e/ou riqueza da fauna com a altura da serrapilheira. O estudo fo...

  6. Variabilidade espacial da produtividade do feijoeiro e atributos físicos em dois sistemas de preparo do solo

    OpenAIRE

    Longui, Flávio Coutinho

    2015-01-01

    É importante considerar a variabilidade espacial de solos sempre que a amostragem de campo for efetuada, pois pode indicar locais que necessitam de tratamento diferenciado quanto ao preparo, sem prejuízo para a representatividade, possibilitando maior detalhamento da área. Com o surgimento e desenvolvimento da agricultura de precisão, o estudo geoestatístico dos atributos físicos do solo com a relação da produtividade do feijão vem se intensificando. Observa-se que as variabilidades espaciais...

  7. Relações solo-superfície geomórfica e evolução da paisagem em uma área do Planalto Central Brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Motta Paulo Emilio Ferreira da

    2002-01-01

    Full Text Available Com base em levantamento pedológico de reconhecimento de alta intensidade, foram investigadas relações pedogeomorfológicas em uma área do Planalto Central Brasileiro, com vistas à predição de atributos e distribuição dos solos em áreas vizinhas carentes de mapas pedológicos. Três superfícies geomórficas, com distintos padrões de espacialização de solos, foram identificadas. Na mais elevada, a distribuição dos solos é estreitamente relacionada à variação do regime hídrico ao longo das encostas. Ocorrem Latossolo Vermelho (LV, Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA, Latossolo Amarelo (LA, Latossolo Amarelo plíntico, Latossolo Amarelo petroplíntico (concrecionário e Plintossolo Háplico, todos muito argilosos, com teores de Fe2O3 e TiO2 relativamente homogêneos e índices Ki e Kr indicativos de mineralogia oxídica. Na segunda superfície, os solos apresentam maior variação quanto à textura e teores de Fe e Ti. Predominam LV e LV acriférrico, além de LVA e LA. Nos limites com as chapadas, observa-se a ocorrência de LVA e LA acriférricos endopetroplínticos. Na terceira superfície, que disseca as anteriores, predominam solos menos intemperizados, com atributos muito variáveis, como Cambissolo Háplico, Argissolos Vermelho e Vermelho-Amarelo, Nitossolo Vermelho eutroférrico, Neossolo Litólico e Neossolo Flúvico. O trabalho inclui a proposição de um modelo de evolução para a paisagem regional.

  8. ESTRUTURA DO SOLO SOB FEIJÃO IRRIGADO E DIFERENTES MANEJO DO SOLO

    OpenAIRE

    Lorena Adriana de Gennaro; Zigomar Menezes de Souza; Laura Fernanda Simões da Silva; Miguel Cooper; Milton César Costa Campos

    2015-01-01

    O manejo agrícola influencia a estrutura do solo, modificando os atributos físicos e o comportamento hídrico do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da semeadura direta (SD) e do preparo convencional (PC) sobre a estrutura do solo, por meio de atributos físicos e da distribuição dos poros, utilizando imagens digitais 2-D. O estudo foi realizado em um Latossolo Vermelho distroférrico com delineamento de blocos casualizados. A densidade do so...

  9. Avaliação visual da qualidade da estrutura do solo em sistemas de uso das terras

    OpenAIRE

    Joelcio Eurich; Pedro Henrique Weirich Neto; Carlos Hugo Rocha; Zíngara Rocio dos Santos Eurich

    2014-01-01

    Sistemas sustentáveis de produção agropecuária demandam solos com boa estrutura, por isso, são necessários métodos eficientes para avaliação dessa estrutura. Objetivou-se, com este estudo, aplicar a metodologia de avaliação visual da estrutura do solo, em áreas previamente cobertas por Floresta com Araucária, em longo período de uso após o desmatamento. Selecionaram-se áreas sob três tipos de usos: floresta nativa, pastagem e cultivo agrícola, considerados como tratamento, sendo realizadas de...

  10. CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-HÍDRICA DE SOLOS REPRESENTATIVOS DA REGIÃO DO AGROPOLO ASSU-MOSSORÓ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samuel José da Silva Neto

    2012-11-01

    Full Text Available Na economia do estado do Rio Grande do Norte, destaca-se a fruticultura, com realce para o melão, banana, manga e mamão. A região do Agropolo Assu-Mossoró apresenta como características de produção agrícola a produção de frutas para exportação como melão em solos de origem calcária. O objetivo da presente pesquisa foi de caracterizar os parâmetros físico-hídricos de cinco solos representativos da região produtora conhecida como Agropolo Assu-Mossoró. As analises realizadas: granulométrica realizada pelo método do Densímetro, densidade de partículas, densidade aparente e curva de retenção de água no solo. A densidade de partícula encontrada variou de 2.61 até 2.66 g/cm3. Os conteúdos de água retida nos diferentes pontos de tensão representada pelas curvas características de retenção de água demonstram essa relação com maior eficiência, onde se observam as variações das características físicas e hídricas, por cada tipo de solo analisado. Os solos da região do Agropolo Assu-Mossoró são solos de boa qualidade do ponto de vista físico-hídrico, e se bem manejados apresentam grande potencial produtivo para região.

  11. Propriedades químicas e manejo de solos tiomórficos da várzea do Rio Coruripe, estado de Alagoas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    V. S. Souza Júnior

    2001-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar as propriedades químicas de solos tiomórficos da várzea do rio Coruripe, no estado de Alagoas, foram selecionados seis perfis de Gleissolos e Organossolos, na área pertencente à Usina Coruripe, onde estão estabelecidos um sistema de drenagem e a cultura da cana-de-açúcar. Os solos foram caracterizados morfologicamente, e amostras de cada horizonte foram coletadas para determinações químicas no solo e no extrato da pasta saturada, utilizando amostras na umidade de campo e secas ao ar. Foi realizado um teste de calagem em casa de vegetação com amostras compostas, representativas da área de dois perfis selecionados, nas profundidades de 0-20 e 20-40 cm. Os resultados permitiram concluir que o maior desenvolvimento dos horizontes sulfúricos ocorreu nos solos com mais altos teores de matéria orgânica. O processo de secagem das amostras em laboratório promoveu a oxidação dos sulfetos e a formação de ácido sulfúrico, alterando as condições naturais dos solos no campo. A alta condutividade elétrica observada nos solos tiomórficos estudados não é indicativo de salinidade e está relacionada com a formação de ácido sulfúrico. As características químicas peculiares observadas neste estudo sugerem a realização de pesquisas sobre métodos apropriados de amostragem e análises, específicos a estes solos. Para correção do alumínio trocável dos horizontes superficiais dos solos estudados, foram necessárias doses de 11 a 25 t ha-1 de CaCO3. A manutenção do solo úmido, por meio do controle do lençol freático à profundidade em torno de 30 cm, é a forma mais eficiente e sustentável de controle da acidez dos solos tiomórficos, constituindo condição indispensável à utilização dos solos com cana-de-açúcar.

  12. Fungos micorrízicos arbusculares em solos da Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos, Itajubá/MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Melloni

    2011-12-01

    Full Text Available A Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos é um importante remanescente de Mata Atlântica no sul de Minas Gerais, com elevada biodiversidade e riqueza em recursos hídricos. Estudos relacionados à qualidade de solos são necessários em planos de manejo de reservas, os quais objetivam manter ou melhorar a sustentabilidade ambiental dessas áreas. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o potencial de inóculo de fungos micorrízicos arbusculares (MAs em amostras de solo características desta Reserva. A quantificação de propágulos desse grupo de micro-organismos, que estabelecem simbiose mutualística com a maioria das espécies vegetais é importante para a avaliação da qualidade de solos da Reserva. Foram definidas três áreas internas e uma externa à Reserva, retirando-se amostras de solo na profundidade de 0 a 10 cm, em duas épocas, inverno de 2008 e verão de 2009. As amostras foram encaminhadas ao Laboratório de Microbiologia da Universidade Federal de Itajubá para quantificação dos seguintes atributos microbiológicos relacionados aos fungos MAs: comprimentos de micélio extrarradicular ativo e total pelo método da fluorescência induzida com diacetato de fluoresceína, densidade e diversidade fenotípica (morfotipos de esporos, porcentagem e intensidade de colonização radicular. As médias dos resultados foram comparadas por Duncan 5% e submetidas à análise de multivariada. Os resultados mostraram que o potencial de inóculo de fungos MAs apresentou maior efeito das áreas que das épocas estudadas, sendo maior comprimento de micélio extrarradicular ativo e total, maior proporção de micélio ativo em relação ao total e maior diversidade de esporos obtidos nos solos dentro da Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos, em relação ao solo externo à mesma, sob pastagem. O potencial de inóculo não está diretamente relacionado à fertilidade do solo, ou seja, no solo externo à Reserva, sob

  13. VELOCIDADE AUTOSSELECIONADA E IDEAL DA CAMINHADA DE AMPUTADOS TRANSFEMORAIS: SOLO E ESTEIRA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Luísa Bona

    Full Text Available RESUMO Introdução: A velocidade de progressão é, em geral, determinada em pesquisas na área da locomoção. Objetivo: Comparar as medidas de velocidade autosselecionada no solo, na esteira rolante e a velocidade ideal estimada pelo número de Froude em sujeitos amputados transfemorais. Método: Primeiramente foi determinada a velocidade no solo; em seguida, realizou-se o teste na esteira, e a velocidade ideal foi estimada a partir dos dados antropométricos. Todos os sujeitos utilizavam joelho hidráulico e pé em fibra de carbono. Para comparação entre as velocidades foi realizada ANOVA de duas vias. Resultados: A velocidade autosselecionada na esteira foi menor (22% do que no solo. Tanto a velocidade autosselecionada na esteira como a do solo foram 44% e 22% menores do que a velocidade ideal estimada, respectivamente. Conclusão: As velocidades analisadas no presente estudo foram diferentes, provavelmente, devido à variação dos parâmetros cinemáticos.

  14. Dinâmica da emissão de metano em solos sob cultivo de arroz irrigado no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Souza da Silva

    2011-04-01

    Full Text Available Solos de várzea sob cultivo de arroz irrigado contribuem com aproximadamente 18 % das emissões totais de metano (CH4 do Estado do Rio Grande do Sul. Entretanto, a liberação de CH4 depende do curso de redução de cada solo. O objetivo do presente estudo foi avaliar a dinâmica da emissão desse gás de efeito estufa (GEE em seis solos: Gleissolo (2, Planossolo (2, Chernossolo e Neossolo, representativos do cultivo de arroz irrigado no Sul do Brasil, visando identificar também sua relação com propriedades do solo e as alterações eletroquímicas da solução após o alagamento. O experimento foi realizado em casa de vegetação, com três repetições, segundo delineamento de blocos casualizados. Os solos foram dispostos em vasos de PVC mantidos com uma lâmina de água de 10 cm de altura e cultivados com arroz. A avaliação das emissões de CH4 foi realizada semanalmente, do 3º ao 66º dia após o alagamento (DAA do solo, com o auxílio de uma câmara de PVC acoplada ao topo dos vasos. As amostras de ar foram coletadas em quatro intervalos de 5 min, para estimativa das taxas de emissão de CH4. A solução do solo também foi coletada e caracterizada. O início da emissão de CH4 variou entre os solos e, normalmente, ocorreu após a quase total redução do Fe3+ (em torno de 90 % da maior liberação de Fe2+ e estabilização dos valores de pH e de Eh da solução. A emissão total de CH4 variou de 8,5 a 44,2 g m-2 e apresentou relação sigmoidal com os teores de C orgânico dos solos (r²=0,83, p < 0,05, sugerindo que a disponibilidade de C somente foi limitante para o processo de metanogênese em teores inferiores a 8 g kg-1 de C no solo. Os resultados mostram que a dinâmica e as quantidades totais de CH4 emitidas são influenciadas pelo tipo de solo e que esforços devem ser direcionados para determinação dos fatores de emissão de CH4 para os diferentes solos representativos da produção de arroz no Sul do Brasil, bem como na

  15. Estimativa da erodibilidade a partir de atributos de solos com horizonte B textural no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.J.G.S.M. Marques

    1997-09-01

    Full Text Available Os métodos existentes para estimar a erodibilidade dos solos (fator K não se têm mostrado adequados quando aplicados a solos brasileiros. Este trabalho teve por objetivo o desenvolvimento de método indireto para estimar a erodibilidade, visando obter esse fator, a partir de propriedades do solo facilmente determináveis. Assim, os horizontes A e Bt (B textural de 22 solos de várias regiões geográficas do Brasil foram submetidos a diversas análises químicas e físicas, e a descrição morfológica do perfil foi considerada. Tais resultados (variáveis independentes foram submetidos à análise de regressão linear múltipla em "stepwise", e relacionados com a erodibilidade (fator K medida diretamente no campo (variável dependente. Obtiveram-se várias equações com graus crescentes de complexidade e precisão. A partir das variáveis selecionadas, tanto do horizonte A quanto do Bt, e da distribuição do tamanho das partículas, obtida com e sem dispersante químico, foi possível estimar, satisfatoriamente, a erodibilidade desses solos. As informações contidas na descrição morfológica dos perfis de solo, especialmente as referentes à estrutura, bem como os teores de carbono orgânico, foram de grande importância para a determinação indireta da erodibilidade (fator K.

  16. Condições meteorológicas e tipo de solo na composição da uva 'Cabernet Sauvignon'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Vieira Luciano

    2013-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos das condições meteorológicas e do tipo de solo sobre características físico-químicas e compostos fenólicos da uva 'Cabernet Sauvignon' (Vitis vinifera. O experimento foi realizado em vinhedo implantado em 2003, enxertado sobre o porta-enxerto 'Paulsen 1103' e conduzido no sistema espaldeira. No vinhedo, foram selecionados dois solos: Cambissolo Háplico e Cambissolo Húmico. O efeito das condições meteorológicas (precipitação e temperatura mínima e máxima do ar foi avaliado nas safras 2008/2009, 2009/2010 e 2010/2011. Foram determinados os atributos físicos e químicos dos solos, os teores de sólidos solúveis, a acidez titulável e o pH do mosto, bem como o índice de polifenóis totais e dos teores de antocianinas e de taninos da uva. Os fatores solo e as condições meteorológicas (safras foram arranjados em esquema fatorial 2x3. Com exceção do teor de polifenóis totais, as condições meteorológicas e o tipo de solo afetam as características físico-químicas da uva 'Cabernet Sauvignon', com efeito mais pronunciado das condições meteorológicas do que do tipo de solo. Menores precipitações e maiores amplitudes térmicas favorecem o acúmulo de sólidos solúveis na uva 'Cabernet Sauvignon'. Maiores precipitações favorecem o aumento da acidez do mosto.

  17. Estudo calorimétrico comparativo do efeito da aplicação de herbicidas na atividade microbiana em diferentes solos

    OpenAIRE

    Gabriel Jeronymo Curti

    2014-01-01

    Resumo: Sabe-se que na agricultura a qualidade de um solo é dependente do tipo de manejo. No presente trabalho foi aplicada a microcalorimetria isotérmica para se investigar a influência do herbicida atrazina na atividade microbiana de um solo envelhecido de mata nativa, mantido a aproximadamente 4 °C, durante três anos. Além da utilização da microcalorimetria isotérmica, foram realizadas as análises de DSC e TG com a finalidade de se avaliar a quantidade de matéria orgânica presente no solo ...

  18. Relação da velocidade de escoamento da solução e do comprimento da coluna de solo com os parâmetros de transporte de potássio em um latossolo e um neossolo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Pereira Ribeiro

    2011-12-01

    Full Text Available Devido à importância dos estudos de deslocamento de solutos em colunas de solo, para avaliar os riscos de poluição do solo e das águas subterrâneas, e à falta de padronização no comprimento da coluna de solo utilizada (L e na velocidade de escoamento da solução aplicada (, realizou-se este trabalho com o objetivo de avaliar a relação de L e de com o coeficiente de dispersão-difusão (D, a dispersividade (λ e o fator de retardamento (R do K+ em um Latossolo Vermelho distrófico (LVd e num Neossolo Quartzarênico órtico (RQo. Foram testados cinco comprimentos de colunas (0,10, 0,20, 0,30, 0,40 e 0,50 m e quatro velocidades, sendo 0,62, 0,69, 0,75 e 0,81 m h-1 para o LVd e 0,37, 0,40, 0,44 e 0,48 m h-1 para o RQo. Aplicou-se uma solução deslocadora de 130 mg L-1 de K+ nas colunas montadas com o solo desestruturado e saturadas com uma solução de CaCl2 5 mmol L-1. Os parâmetros de transporte R e D foram obtidos utilizando-se o programa computacional Disp; a λ foi obtida pela equação D = Do + λ, sendo Do igual a 7,13 10-6 m² h-1 para o KCl. Houve relação do comprimento da coluna e da velocidade de escoamento da solução com os parâmetros de transporte do K+ tanto no LVd quanto no RQo. No LVd, o fator de retardamento aumentou com o aumento na velocidade de escoamento da solução. Em ambos os solos, o fator de retardamento diminuiu com o aumento no comprimento da coluna; o coeficiente de dispersão-difusão aumentou com o aumento na velocidade de escoamento da solução e com o aumento no comprimento da coluna de solo; e a dispersividade também aumentou com o aumento no comprimento da coluna.

  19. Uso do geoprocessamento como auxilio no monitoramento da ocupação do solo em microbacias

    OpenAIRE

    Motter, Irineu

    2012-01-01

    Resumo: A erosão dos solos tem sido um dos fatores mais importantes na limitação da produção agrícola e poluição dos recursos hídricos do Estado do Paraná. O objetivo deste trabalho, realizado na microbacia piloto do projeto PARANÁ RURAL, localizada no município de Campo do Tenente, sul do Estado do Paraná, foi de desenvolver metodologia para a obtenção e a representação espacial automatizada dos fatores da USLE (Equação Universal de Perdas de Solos), através do SGI (Sistema Geográfico de Inf...

  20. Efeito do preparo do solo e resíduo da colheita de cana-de-açúcar sobre a emissão de CO2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara Regina Moitinho

    2013-12-01

    Full Text Available O solo é um dos principais compartimentos de carbono no ecossistema terrestre, capaz de armazenar quantidades expressivas desse elemento e, portanto, a compreensão dos fatores que contribuem para as perdas de CO2 em solos agrícolas é fundamental para determinar estratégias de redução das emissões desse gás e ajudar a mitigar o efeito estufa. O objetivo deste estudo foi investigar o efeito do preparo do solo e da deposição de resíduos da cultura da cana-de-açúcar na emissão de CO2, temperatura e umidade do solo, durante a reforma do canavial, ao longo de um período de 15 dias. Os manejos avaliados foram: sem preparo do solo e mantendo os resíduos da colheita sobre a superfície do solo (SPCR; sem preparo do solo e sem resíduo (SPSR e com preparo do solo e sem resíduo (CPSR. A menor média de emissão de CO2 do solo (FCO2 foi observada no manejo SPCR (2,16 µmol m-2 s-1, quando comparado aos manejos SPSR (2,90 µmol m-2 s-1 e CPSR (3,22 µmol m-2 s-1, indicando que as maiores umidades e menores variações da temperatura do solo, observadas em SPCR, foram os fatores responsáveis por tal diminuição. Durante o período de estudo, a menor média diária da FCO2 foi registrada em SPCR (1,28 µmol m-2 s-1 e a maior em CPSR (6,08 µmol m-2 s-1, após a ocorrência de chuvas. A menor perda de C-CO2 do solo foi observada no manejo SPCR (367 kg ha-1 de C-CO2, diferindo significativamente (p<0,05 dos manejos: SPSR (502 kg ha-1 de C-CO2 e CPSR (535 kg ha-1 de C-CO2. A umidade do solo foi a variável que apresentou valores mais diferenciados entre os manejos, sendo positivamente correlacionada (r = 0,55; p<0,05 com as variações temporais da emissão de CO2 nos manejos SPCR e CPSR. Em adição, a temperatura do solo diferiu (p<0,05 somente no manejo SPCR (24 ºC, quando comparada aos manejos SPSR (26 ºC e CPSR (26,5 ºC, sugerindo que, para as condições deste estudo, o resíduo da cana-de-açúcar retido sobre a superfície propiciou

  1. Integrando SIG e USLE para mapeamento da perda de solo em área de proteção ambiental

    OpenAIRE

    Fernando Jorge Corrêa Magalhães Filho; Fabio Martins Ayres; Teodorico Alves Sobrinho

    2014-01-01

    O uso de geotecnologias no planejamento ambiental tem sido instrumento amplamente utilizado. Nesse estudo utilizou-se de um Sistema de Informações Geográficas (SIG) e da Linguagem Espacial para Geoprocessamento Algébrico (LEGAL) para o processamento da Equação Universal de Perda de Solos (USLE), para avaliação dos processos erosivos em área de proteção ambiental. Embora a USLE tenha o objetivo quantitativo de estimar a perda anual média de solo por erosão hídrica, o trabalho utilizou-se de da...

  2. VULNERABILIDADE E RISCO À CONTAMINAÇÃO DOS SOLOS DA ÁREA DE RECARGA DO AQUÍFERO GUARANI NO ESTADO DE GOIÁS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaís Moreira Alves

    2009-06-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objetivo apresentar a estimativa da vulnerabilidade natural e risco dos solos à contaminação nas áreas de recarga do Aqüífero Guarani, no sudoeste do Estado de Goiás (SAG/GOIÁS. Para estabelecer as classes de vulnerabilidade desses solos utilizou-se de técnicas de SIG, cruzando-se os mapas de declividade dos terrenos com o de solos, o de condutividade hidráulica e o de uso do solo, todos na mesma escala, obtendo-se as classes de vulnerabilidade e de risco. Avaliou-se que 45% das áreas de recarga do aqüífero possuem vulnerabilidade muito alta e 47% são consideradas da classe alta, juntas somando mais de 90% da área total de recarga do aqüífero no Estado de Goiás. Calculou-se que 32,8% apresentam alto risco e 27,5% apresentam muito alto risco somado 60% do total da área. Concluiu-se que a vulnerabilidade e risco da área de recarga do SAG em Goiás são elevados e por isso inspiram cuidados, sobretudo preventivos, com o uso, manejo e conservação dos solos.

  3. Velocidade de infiltração básica de água como indicador da qualidade porosa do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raphael Maia Aveiro Cessa

    2014-06-01

    Full Text Available Este trabalho verificou se a velocidade de infiltração básica de água (VIB pode ser um indicador da qualidade do sistema poroso do solo cultivado com diferentes espécies vegetais. Foi realizado no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso – campus Confresa, em um Argissolo Vermelho- Amarelo de textura arenosa. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com quatro tratamentos constituídos pelos cultivos de Brachiaria ruziziensis (braquiária, Pennisetum americanum (milheto, Phaseolus vulgaris L. (feijão e Sorghum bicolor L. Moench (sorgo em quatro repetições totalizando 16 parcelas. A ideia do cultivo das referidas espécies vegetais foi promover alteração natural do calibre dos poros do solo por meio dos seus sistemas radiculares e mineralização dos resíduos, viabilizando o estudo da velocidade de infiltração básica de água no solo como indicador da qualidade do calibre de poros. A partir de 90 dias após semeadura do milho avaliou-se a densidade do solo, volume de macroporos (Ma, microporos (Mi, porosidade total (VTP, resistência do solo à penetração (Rsp e VIB. As profundidades do solo consideradas foram 0-0,10 m e 0,10 a 0,20 m. Os dados numéricos foram submetidos a análise de variância e teste de significância de “F” ao nível de 5% de probabilidade. Características significativas tiveram suas médias comparadas pelo método Tukey. Entre as características citadas obtiveram-se os coeficientes de correlação lineares simples de Pearson. Nas condições experimentais avaliadas foi possível utilizar a VIB como indicador da qualidade do seu sistema poroso, embora tenha sido necessário realizar associações indiretas com as características avaliadas. Dessa forma, constatou-se tendência do aumento da VIB com aumento da Ma.

  4. Fósforo da biomassa microbiana em solos sob diferentes sistemas de manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. S. Rheinheimer

    2000-09-01

    Full Text Available A biomassa microbiana assume papel importante na reciclagem do fósforo em solos tropicais e subtropicais. Este trabalho teve por objetivo quantificar o teor de fósforo armazenado na biomassa microbiana em solos submetidos a diferentes métodos de preparo e sucessões de culturas. Para tal, foram utilizados quatro experimentos, instalados em diferentes locais no Rio Grande do Sul a partir de 1979, envolvendo métodos de preparo do solo e sucessões de culturas. Em 1997, coletaram-se amostras de solos nos sistemas plantio direto e cultivo convencional, com várias sucessões de culturas, em três camadas de solo. O fósforo acumulado na biomassa microbiana foi determinado por fumigação-extração. O fósforo na biomassa não diferiu entre os métodos de preparo do solo no Latossolo Vermelho Distroférrico típico, mas foi maior no sistema plantio direto em comparação ao cultivo convencional no Latossolo Vermelho Distrófico típico e Argissolo Vermelho Distrófico típico. O cultivo de diferentes plantas anuais não afetou os teores de fósforo microbiano. O fluxo anual de P através da biomassa microbiana variou de 8 a 22 mg dm-3 ano-1 e, no Argissolo Vermelho Distrófico típico, foi maior no sistema plantio direto do que no cultivo convencional.

  5. Influência da densidade do solo no desenvolvimento inicial do pinhão-manso cultivado em Latossolo Vermelho eutroférrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Ohland

    2014-10-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar a influência da densidade do solo no desenvolvimento inicial da cultura do pinhão-manso. O experimento foi realizado em vasos de 10,6 dm³, em casa de vegetação. O solo utilizado foi o Latossolo Vermelho eutroférrico de textura argilosa, coletado em Marechal Cândido Rondon - PR. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, composto por cinco níveis de densidade do solo (1,08; 1,22; 1,36; 1,50 e 1,64 kg dm-3, com quatro repetições. Após 120 dias da emergência das plantas, foram efetuadas as avaliações biométricas e as relativas ao do tecido vegetal. Houve redução de 25% da altura das plantas, na densidade de 1,64 kg dm-3, quando,comparada com a da densidade de 1,08 kg dm-3. Para o comprimento radicular, a redução foi de aproximadamente 24 , 35 , 54 e 66 % para as densidades de 1,22; 1,36; 1,50 e 1,64 kg dm-3 respectivamente, quando comparadas com o da densidade de 1,08 kg dm-3. A limitação do desenvolvimento da parte aérea ocorreu a partir da densidade estimada de 1,26 kg dm-3, com redução do número de folhas, da área foliar e da produção de matéria seca da parte aérea. O desenvolvimento do sistema radicular e o conteúdo de P e K nas plantas de pinhão-manso reduziram-se linearmente com o aumento da densidade do solo.

  6. Efeitos da irrigação nas características químicas e físicas do solo e no desenvolvimento da cultura do trigo (Triticum aestivum L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edgard Jardim Rosa Junior

    2009-09-01

    Full Text Available Os benefícios proporcionados pela irrigação às plantas têm sido sistematicamente comprovados, no entanto podem surgir algumas modificações nas características químicas e físicas do solo, afetando-as de forma “negativa”. Estas modificações são mencionadas por vários pesquisadores, retratando o impacto das gotas de chuva sobre as perdas de solo, seja pelo efeito desagregador no solo ou de intensificar a eluviação de partículas minerais de solo, principalmente as de menores diâmetros. Com base neste enfoque, analisou-se, neste trabalho, o efeito da irrigação nas alterações das características químicas e físicas do um Latossolo Vermelho Distroférrico e no desenvolvimento da cultura do trigo (Triticum aestivum L.. Os resultados obtidos permitiram as seguintes conclusões: o fornecimento de água pela irrigação promoveu a degradação mais rápida da matéria orgânica do solo em relação aos tratamentos de sequeiro; a irrigação causou a diminuição do teor de magnésio no solo; e a altura dasplantas foi influenciada positivamente com a irrigação.

  7. Matéria orgânica e aumento da capacidade de troca de cátions em solo com argila de atividade baixa sob plantio direto Soil organic matter and cation exchange capacity increase in a low activity clay soil under no-tillage system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlise Nara Ciotta

    2003-12-01

    Full Text Available O sistema de manejo afeta a matéria orgânica do solo, o que pode ter expressivo efeito na CTC de solos com argila de atividade baixa. Neste estudo, avaliou-se o efeito da utilização durante 21 anos do sistema plantio direto (SPD sobre os estoques de carbono orgânico (CO, bem como a sua relação com o aumento da CTC de um Latossolo bruno (629 g kg-1 de argila, em Guarapuava, PR. O SPD promoveu acúmulo de CO na camada superficial do solo (0-6cm, o que refletiu-se num aumento de 2,63t ha-1 no estoque de CO, na camada de 0-20cm, em comparação ao preparo convencional. A baixa taxa de acúmulo de CO (0,12t ha-1 ano-1 foi relacionada à alta estabilidade física da matéria orgânica neste solo argiloso e oxídico. Apesar do pequeno acúmulo de CO no solo sob SPD, este teve reflexo positivo na CTC do solo, com um aumento médio, na camada de 0-8cm, de 15,2mmol c kg-1 na CTC efetiva, e de 20,7mmol c kg-1 na CTC a pH 7,0, em comparação ao solo em preparo convencional. Os resultados obtidos reforçam a importância do SPD quanto ao seu efeito nos estoques de matéria orgânica e, em consequência, na CTC de solos tropicais e subtropicais com predominância de argila de atividade baixa.Soil management affects the organic matter stocks, and thus the CEC especially in low activity clay soils. The main goal of this study was to evaluate the long-term (21 years effect of the no-tillage on soil organic carbon (SOC stocks and its relationship with CEC increase in a clayey Oxisol (Hapludox, in Guarapuava (PR, Southern Brazil. No-tillage soil had only 2.63t ha-1 more SOC than conventionally tilled soil at 0-20cm, and the highest net accumulation occurred in soil surface layers (0-6cm. The low accumulation rate of SOC in the no-tilled soil (0,12t ha-1 yr-1 was related to the high physical stability of soil organic matter in this clayey Oxisol. Despite the small effect on SOC contents, the no-tilllage had an expressive influence on the CEC of 0-8cm soil

  8. Resistência hidráulica da crosta formada em solos submetidos a chuvas simuladas Crust hydraulic resistance in soils under simulated rain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Viviane dos Santos Brandão

    2006-02-01

    Full Text Available Para avaliar a redução da taxa de infiltração em solos sujeitos ao encrostamento decorrente da aplicação de chuvas simuladas, foi realizado um experimento em esquema fatorial 5 x 6, sendo cinco solos (Argissolo Vermelho, Argissolo Vermelho-Amarelo, Latossolo Vermelho-Amarelo, Neossolo Flúvico e Neossolo Quartzarênico e seis energias cinéticas de chuva (0, 525, 1051, 2102, 3153 e 4204 J m-2, com três repetições. A partir dos dados de taxa de infiltração da água no solo e da espessura da crosta, determinadas por micromorfometria, calcularam-se a condutividade e a resistência hidráulica da crosta. Todos os solos apresentaram redução da taxa de infiltração, quando a energia cinética de chuva simulada aplicada aumentou. A resistência hidráulica da crosta aumentou com a energia cinética (especialmente para os solos Argissolos Vermelho-Amarelos e Vermelho até atingir um valor máximo, a partir do qual ocorreu diminuição, atribuída ao desgaste erosivo da crosta provocado pelo aumento do escoamento superficial, associado aos maiores valores de energia cinética da chuva simulada. Por meio de análise de regressão múltipla, foram determinadas a relação da resistência hidráulica da crosta com a energia cinética da chuva e as características químicas e físicas de cada solo. A variável resistência hidráulica da crosta mostrou-se adequada a ser utilizada nos modelos infiltração da água no solo para descrever a influência do encrostamento neste processo.To evaluate the decrease in infiltration rate in crusting soils an experiment was carried out using a rainfall simulator. Treatments were distributed in a factorial schedule 5 x 6, using five soils (Red Ultisol, Red-Yellow Ultisol, Red-Yellow Oxisol, Fluvic Entisol and Arenic Entisol and six rainfall kinetic energies (0, 525, 1051, 2102, 3153, and 4204 J m-2 with three replications. According to the water infiltration rate and crust thickness, as determined by

  9. Condutividade elétrica, reação do solo e acidez potencial em solos adubados com composto de lixo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. H. Abreu Junior

    2000-09-01

    Full Text Available Foram estudados os efeitos da aplicação do composto de lixo, proveniente da cidade de São Paulo (usina de compostagem São Matheus, na presença e ausência de calcário dolomítico (para elevar a saturação por bases a 70% e de adubos minerais, sobre a condutividade elétrica (CE, pH em CaCl2 0,01 mol L-1 e em água, e acidez potencial (H + Al de 21 solos ácidos e cinco solos alcalinos, nos quais o calcário foi substituído por gesso. O experimento foi realizado em condições de casa de vegetação em delineamento em blocos ao acaso, com parcelas em faixas e três repetições. Foi verificado que a aplicação do composto de lixo promoveu o aumento da CE dos solos. Todavia, esse efeito foi inferior àquele causado pelos adubos minerais. Os maiores valores de CE (> 2 dS m-1 foram causados pelas aplicações do composto + calcário + adubo nos solos ácidos e do composto + adubo + gesso nos solos alcalinos. Porém, quanto maior a capacidade de troca catiônica (CTC inicial dos solos ácidos e pH inicial dos solos alcalinos, menores foram os efeitos dos tratamentos sobre o incremento da CE. A aplicação do composto promoveu, também, o aumento do pH e a redução da acidez potencial. Esse efeito do composto foi, em média, superior àquele causado pela aplicação do calcário. A aplicação conjunta do composto e calcário promoveu um efeito aditivo de seus efeitos isolados sobre o pH e acidez potencial do solo. A adição dos adubos minerais tendeu a reduzir o pH por causa da acidificação residual da uréia. Esse efeito foi bem evidente nos solos alcalinos. O aumento do pH e da CE foi acompanhado por uma diminuição na diferença entre os valores de pH medido em CaCl2 e em água, notadamente nos solos ácidos. A aplicação do composto de lixo para melhorar a acidez do solo, manejando-se adequadamente o calcário e adubos minerais nos solos ácidos ou gesso nos solos alcalinos, parece ser uma prática agrícola viável.

  10. Integrando SIG e USLE para mapeamento da perda de solo em área de proteção ambiental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Jorge Corrêa Magalhães Filho

    2014-04-01

    Full Text Available O uso de geotecnologias no planejamento ambiental tem sido instrumento amplamente utilizado. Nesse estudo utilizou-se de um Sistema de Informações Geográficas (SIG e da Linguagem Espacial para Geoprocessamento Algébrico (LEGAL para o processamento da Equação Universal de Perda de Solos (USLE, para avaliação dos processos erosivos em área de proteção ambiental. Embora a USLE tenha o objetivo quantitativo de estimar a perda anual média de solo por erosão hídrica, o trabalho utilizou-se de dados para mapeamento das áreas vulneráveis ao processo erosivo. O uso integrado de SIG com a USLE facilita o planejamento e a tomada de decisões na proposição de medidas adequadas no plano de manejo para promover a conservação da água e do solo em unidades de conservação ambiental.

  11. MAPEAMENTO DO USO E COBERTURA DO SOLO DA BACIA DO RIO TAPEROÁ: REGIÃO SEMIÁRIDA DO ESTADO DA PARAÍBA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Da Silva Seabra

    2014-08-01

    Full Text Available O presente trabalho tem como objetivo realizar um mapeamento do uso e cobertura do solo da bacia do rio Taperoá, maior afluente do rio Paraíba, que juntos abastecem o 2º maior açude da Paraíba, o Epitácio Pessoa no município de Boqueirão. Este açude é responsável pelo abastecimento de toda Região Metropolitana de Campina Grande e vem sofrendo nos últimos anos com o rápido assoreamento. A análise do Uso e Cobertura do Solo foi realizada a partir de mapas (1:100.000, gerados por classificação baseada em objetos, utilizando uma imagem do satélite Landsat 5 TM (01/2009. Os resultados mostraram o baixo percentual de cobertura vegetal de caatinga e o predomínio da agropecuária. As correlações entre a área de caatinga e a densidade de cabeças (pecuária por municípios mostrou a influência desta atividade na redução da cobertura vegetal.

  12. Caracterização de solos com a chernozêmico na Zona da Mata norte do estado de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. S. S. Miranda

    1999-03-01

    Full Text Available O presente trabalho, realizado, em 1995, no município de Nazaré da Mata, teve como objetivo caracterizar morfológica, física, química, mineralógica e micromorfologicamente perfis com horizonte A chernozêmico na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Foram descritos morfologicamente e coletados três perfis de solo com horizontes A chernozêmico, pertencentes às seguintes classes: Solo Litólico, Brunizém Avermelhado e Podzólico Vermelho-Amarelo, e realizadas análises físicas, químicas (incluindo quantificação das frações húmicas, mineralógicas e pedográficas. Os atributos pedológicos e as condições ambientais permitiram estabelecer a hipótese de que os horizontes superficiais têm sua formação ligada a interações de clima e vegetação, haja vista que, apesar das condições tropicais chuvosas, esses solos mantêm boa reserva química, provavelmente, graças à ocorrência de uma estação mais seca, que se estende por 5 meses, a qual provoca a queda das folhas e reduz a lixiviação de bases, conferindo, assim, significativa incorporação do material orgânico. Tal reserva química parece contribuir para a preservação da mica (biotita nesses horizontes, a qual, ante as condições tropicais chuvosas, degradar-se-ia. Entretanto, a riqueza química da solução do solo refrearia o processo intempérico, na medida em que a existência do potássio na solução circundante às partículas sólidas minerais não ocasionaria a retirada do referido elemento da estrutura cristalina da biotita. Dessa feita, tal mineral se mantém preservado no ambiente pedológico. Qualitativamente, as diferenças observadas nas frações húmicas mostram-se decorrentes da influência da erosão, sendo encontrados maiores valores de frações menos resistentes no perfil mais erodido (Solo Litólico. Os horizontes subsuperficiais, por sua vez, são caracterizados, inicialmente, por um processo de formação de argila in situ, sendo compostos de

  13. Fungos filamentosos do solo da Ilha dos Eucaliptos na Represa do Guarapiranga em São Paulo, SP

    OpenAIRE

    Santos,Valéria Barros dos; Wellbaum,Christian; Schoenlein-Crusius,Iracema Helena

    1998-01-01

    Foi estudada a diversidade dos fungos do solo da Ilha dos Eucaliptos na Represa do Guarapiranga em São Paulo, SP, sob floresta de Eucalyptus, mata de interseção e mata secundária remanescente, em duas épocas climáticamente distintas: março - época quente e úmida (verão) e junho - época fria e seca (inverno) de 1996. Os fungos filamentosos foram isolados pelos métodos da diluição em série e placa de solo. A similaridade entre as micotas foi estabelecida pelo índice de Sörensen. No total foram ...

  14. Tempo de Captura de Organismos da Mesofauna do Solo e seus Reflexos na Interpretação de Índices da Comunidade Edáfica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Rodrigues Freire

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMO A mesofauna edáfica compreende organismos de dimensões entre 100 μm e 2 mm, sendo importante avaliar os métodos utilizados para sua caracterização. Os objetivos deste trabalho foram definir o período de tempo de permanência do material de solo no extrator Berlese-Tüllgren para a captura dos organismos da mesofauna e determinar o tempo mínimo de extração para a correta utilização dos índices de Shannon, Simpson, Pielou e Margalef, empregados na avaliação da diversidade, dominância e equabilidade das comunidades da mesofauna. O estudo foi conduzido no Departamento de Solos do Instituto de Agronomia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, Rio de Janeiro, em terreno altamente antropizado. Foram instaladas parcelas experimentais com os seguintes tratamentos: feijão-de-porco (Canavalia ensiformis, mucuna-preta (Mucuna aterrima, feijão-bravo-do-Ceará (Canavalia brasiliensis, guandu (Cajanus cajan e vegetação espontânea, em delineamento de quadrado latino. Em cada uma das unidades experimentais, foram coletadas amostras formadas por serapilheira e material de solo, nos primeiros 5 cm da camada superficial do solo realizada um dia antes do plantio das leguminosas (outubro e, posteriormente, por ocasião do corte da parte aérea das plantas (março. As amostras foram submetidas a uma bateria de extratores do tipo Berlese-Tüllgren, por um período de 15 dias, realizando-se a contagem diária dos organismos. A partir da contagem e identificação em nível de grupo (Ordem/Família dos organismos capturados, foram determinados os índices de Margalef, Simpson, Shannon e Pielou, bem como verificou-se a correlação por ordem de Kendall entre os valores obtidos dia a dia até o 8º dia de extração, usando-se o índice de Shannon como referência. Concluiu-se que é possível a redução do tempo de permanência das amostras de material de solo nos funis Berlese-Tüllgren, não sendo recomendável a ado

  15. Estabilidade temporal do conteúdo de água em três condições de uso do solo, em uma bacia hidrográfica da região da Serra da Mantiqueira, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Léo Fernandes Ávila

    2010-12-01

    Full Text Available A descrição de processos hidrológicos é relativamente complexa, principalmente da variação do conteúdo de água no solo, devido à influência de fatores edáficos, topográficos, climáticos e de vegetação. Em condições de campo, a estimativa do conteúdo de água no solo requer um plano de amostragem adequado, considerando as variações no tempo e no espaço. Visando representar adequadamente o conteúdo de água no solo com reduzido esforço amostral e custo, o conceito de estabilidade temporal tem sido muitas vezes empregado. Este estudo foi realizado com o objetivo de analisar a estabilidade temporal do conteúdo de água na camada superficial do solo (0-0,20 m de profundidade, sob diferentes usos do solo, em uma bacia hidrográfica experimental da região da Serra da Mantiqueira, Minas Gerais, nos períodos de estiagem e chuvoso, estimando os pontos mais representativos para essa determinação. Houve maior estabilidade temporal do conteúdo de água no solo na área de vegetação de várzea, menor na área ocupada por Mata Atlântica e intermediária na área de pastagem. Ocorreram, também, variações significativas da diferença relativa média entre os períodos de medição, concluindo-se que as características de cada área devem ser consideradas particularmente para escolha dos pontos. Na área de pastagem, foi possível identificar apenas um ponto para monitoramento tanto para o período chuvoso como para o de estiagem. Por outro lado, nas áreas de Mata Atlântica e vegetação de várzea foram identificados dois pontos, sendo um especificamente para o período chuvoso e outro para o período de estiagem, sendo recomendada uma análise individual específica para cada estação.

  16. Contraste de condutividade hidráulica em solos de texturas arenosa e argilosa encontrados nos tributários da margem esquerda do rio tijuco, município de Ituiutaba (MG / DISTINCTION OF THE HYDRAULIC CONDUCTIVITY BETWEEN SAND AND CLAYEY TEXTURE SOILS FROM TRIBUTARY OF THE TIJUCO LEFT BORDER RIVER, ITUIUTABA, MINAS GERAIS STATE, BRAZIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Antonio de LAO Oliveira

    2010-05-01

    Full Text Available O objetivo principal deste trabalho é determinar as diferenças de condutividade hidráulica entre solos de textura arenosa e argilosa nos tributários da margem esquerda do Rio Tijuco, município de Ituiutaba/MG. Utilizou-se as técnicas de anéis concêntricos e open end hole para a determinação das condutividades hidráulicas na superfície do terreno e nas profundidades de 0,5, 1,0 e 1,5 m. Análise granulométrica indicou texturas franco-argilo-arenosa para os latossolos vermelhos, e argilosa para os nitossolos vermelhos férricos. Os valores de condutividade hidráulica de superfície nos pontos P1, P2, P3, P4, P5 e P6 variaram entre 1x10-4 a 9x10-5. A 0,5 m de profundidade os valores variaram entre 9x10-7 a 9x10-6; para a profundidade de 1,0 m, os valores estiveram entre 5x10-6 e 1x10-6, finalmente, os resultados para a profundidade de 1,5 m, os valores variaram entre 5x10-6 a 1x10-6. Análise dos resultados demonstra que a estrutura do solo exerce maior controle na condutividade hidráulica (respectiva eficiência de infiltração de que a granulometria. Nesse caso, os nitossolos, mesmo sendo solos mais argilosos que os latossolos, de modo geral, apresentaram resultados maiores de condutividade hidráulica em função da alta densidade de fendas, típicas de expansão e contração de argilas de alta atividade.

  17. Uso da terra e atributos de solos do estado do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo C. do Nascimento

    2014-09-01

    Full Text Available A região da Encosta Inferior do Nordeste, no estado do Rio Grande do Sul, apresenta, na atividade agrícola, variações no tipo de uso do solo e sistemas de produção podendo levar à diferenciação nos atributos do solo e a processos de degradação. Com o objetivo de avaliar a granulometria e os atributos químicos do solo e compará-los em diferentes tipos de uso e manejo 78 glebas foram amostradas com oito diferentes tipos de uso, em sistemas de produção convencional e de base agroecológica (orgânico entre 2009 e 2010 enquanto amostras de solo foram coletadas na camada de 0 a 20 cm e realizadas determinações de uma série de atributos. Os resultados destacaram, entre outros, o pH, a condutividade elétrica e os teores de zinco e fósforo com maiores valores no uso com olericultura convencional; por sua vez, o enxofre apresentou maiores teores nas áreas de viticultura. A aplicação de análise discriminante indicou que 67% das glebas tiveram enquadramento em seus usos definidos por ocasião da amostragem (originais e a análise de componentes principais ressaltou maior semelhança entre os tipos de uso em sistema orgânico e na lavoura convencional. Alguns elementos apresentaram teores bastante altos indicando um potencial de contaminação e degradação ambiental.

  18. Efeito do cultivo da soja na dinâmica da população bacteriana, em solos de cerrado Effects of soybean cultivation on the bacterial population dynamics in cerrado soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JOÃO CARLOS PEREIRA

    2000-06-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar a influência do cultivo da soja sobre a dinâmica da população bacteriana, em dois solos de Cerrado do Estado de São Paulo, originalmente cobertos com Paspalum notatum (em Barretos e Brachiaria decumbens (em S��o Carlos. Nesses solos, a densidade da população de bactérias em geral variou de 398,1 x 10³ a 467,7 x 10³ e de 123 x 10³ a 218,8 x 10³ ufc (unidades formadoras de colônias/g de solo seco, respectivamente. O cultivo da soja, em ambos os solos, resultou em incrementos variados nos números de ufc/g de solo seco da população de bactérias em geral, das resistentes aos antibióticos estreptomicina e cloranfenicol, e de actinomicetos. A população de actinomicetos ocorreu no solo principalmente como esporos, e as variações das relações esporos/hifas entre os solos não-rizosférico e rizosférico não foram significativas. Os resultados evidenciam que o cultivo da soja influenciou de forma diferenciada a população desses solos.The effect of soybean cultivation on the population dynamics of the bacterial community was evaluated in two "Cerrado" soils of São Paulo State, Brazil. The experimental areas, in the vicinities of the cities of São Carlos and Barretos, were previously cultivated, respectively, with Paspalum notatum and Brachiaria decumbens. The bacterial population densities in these soils varied from 398.1 x 10³ to 467.7 x 10³ cfu (colony forming units and from 123 x 10³ to 218.8 x 10³ cfu/g of dried soil, respectively, in São Carlos and Barretos soils. Soybean cultivation in both soils resulted in increments in the total bacterial population density, in the actinomycetes population, and in the bacterial population resistant to the antibiotics streptomycin and chloramphenicol. Actinomycetes were present in these soils mainly as spores. Soybean cultivation did not alter the actinomycetes spores/hyphae ratio when comparing rhizospheric and non-rhizospheric soils

  19. Solução do Solo e Análise de Componentes Principais para Monitoramento da Aplicação de Lodo de Esgoto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Renée Coscione

    2014-10-01

    Full Text Available O uso agrícola do lodo é uma alternativa viável para a reciclagem de nutrientes, embora haja certa preocupação com o aumento de espécies químicas solúveis originadas da mineralização da fração orgânica. Assim, para conhecer a disponibilidade de nutrientes e o risco de contaminação do solo e da água, o estudo da solução do solo é uma ferramenta valiosa. Nesses estudos, o número de variáveis utilizadas ultrapassa facilmente uma dezena, e ferramentas de análise exploratória, como a análise de componentes principais (ACP, revelam a existência ou não de amostras anômalas, de relações entre as variáveis medidas e sua contribuição relativa e de relações ou agrupamentos entre amostras. O objetivo deste trabalho foi identificar variáveis relacionadas com a solução do solo e alteradas, em razão do uso do lodo de esgoto e da adubação mineral, de forma a complementar os procedimentos para monitoramento/avaliação de áreas que recebem esse tipo de resíduo. A composição da solução do solo de uma área que recebeu lodo de esgoto por sete anos consecutivos foi estudada dos 22 aos 46 meses após a sua última aplicação. Com a solução do solo foi possível, por meio da ACP, distinguir as áreas em função da adubação aplicada. Após quatro anos da interrupção das aplicações sucessivas de lodo de esgoto, não verificou-se concentração apreciável de metais na solução do solo, embora ainda seja possível identificar traços da mineralização do resíduo. As variáveis pH, Mn2+, COD, SO4(2-, NO3- e NH4+ na solução do solo podem ser utilizadas no monitoramento de áreas tratadas com lodo de esgoto.

  20. Abordagem da vulnerabilidade e risco de contaminação dos solos por metais pesados em área dos municípios de Pains e Córrego Fundo-MG, baseada nos constituintes dos solos retentores destes metais

    OpenAIRE

    Adriano Fernandes de Moraes

    2007-01-01

    Este trabalho apresenta uma proposta de modelo de determinação da vulnerabilidade química dos solos à contaminação por metais pesados (bário, cádmio, chumbo, cromo, cobre, cobalto e zinco). A área é uma porção de 15 km2, situada nos municípios de Pains, Arcos e Córrego Fundo na porção meridional da bacia hidrográfica do rio São Francisco Minas Gerais. Trata-se de uma área heterogênea, sob o ponto de vista de uso do solo, da pedologia, da litologia e da hidrografia. Inicialmente, foi realizad...

  1. Concentração de macronutrientes na parte aérea do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L. em função da compactação e classes de solos Common bean (Phaseolus vulgaris L. plant macronutrients concentration affected by compaction and soil classes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vandeir Gregório Alves

    2003-02-01

    Full Text Available Impedimentos físicos e/ou químicos ao sistema radicular podem restringir a absorção de nutrientes, levando a menores produtividades. Para avaliar o efeito de diferentes graus de compactação em três classes de solos, na concentração de macronutrientes na parte aérea do feijoeiro, conduziu-se um experimento em casa-de-vegetação no Departamento de Agricultura da UFLA, no período de setembro a dezembro de 1997. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições, em esquema fatorial 3x5x2, envolvendo três classes de solos (LATOSSOLO VERMELHO-AMARELO Distrófico - LVAd1 textura média, LATOSSOLO VERMELHO-AMARELO Distrófico - LVAd2 argiloso e LATOSSOLO VERMELHO Distroférrico típico - LVdf , cinco graus de compactação (50%, 62,5%, 75%, 87,5% e 100% da densidade máxima e duas cultivares de feijoeiro (Pérola e Aporé. Foram cultivadas duas plantas por vaso, colhidas no fim da maturação fisiológica, determinando-se a concentração de macronutrientes na parte aérea. Nutrientes mais móveis no solo como N, K e S, sujeitos à lixiviação, em geral, tiveram suas concentrações aumentadas na massa seca da parte aérea do feijoeiro com o aumento do grau de compactação do solo. A concentração de P, nutriente sujeito à fixação no solo, sofreu redução na massa seca da parte aérea do feijoeiro com o incremento do grau de compactação do solo. O incremento do grau de compactação reduziu o crescimento do feijoeiro. Os efeitos do grau de compactação foram diferenciados nas três classes de solo estudadas. No caso das concentrações de P e Mg, os efeitos também variaram conforme a cultivar.Root system physical and chemical impediments can restrict the nutrients absorption, resulting in low grain yield. The purpose of this work was to evaluate the effect of the different compaction degrees in the bean plant aerial part macronutrient concentration. The experiment was carried out in greenhouse at Depto

  2. Composição da macrofauna do solo sob diferentes usos da terra (cana-de-açúcar, eucalipto e mata nativa em Jacutinga (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lizandra de Fátima Martins

    2017-04-01

    com posterior triagem manual dos indivíduos. A identificação de cada grupo taxonômico foi baseada em características morfológicas. O solo para análise química foi coletado nos mesmos pontos de coleta da fauna. A menor riqueza de grupos foi encontrada na cana-de-açúcar, em comparação com o eucalipto e área de mata nativa. A Ordem Hymenoptera foi a mais abundante nas três áreas de estudo, representada principalmente por insetos da Família Formicidae. O resultado da Análise de Componentes Principais mostrou que Enchytraeidae e Oligochaeta associaram-se ao atributo umidade do solo na área de cana-de-açúcar. A Análise de Agrupamento mostrou que há uma separação espacial entre as áreas de estudos em que a mata nativa isolou-se das áreas de cana-de-açúcar e eucalipto. Os resultados obtidos neste trabalho demonstram que o uso da terra, principalmente o monocultivo como cana-de-açúcar, provoca uma diminuição na diversidade de invertebrados edáficos. Palavras-chave: Distância euclidiana. Ecologia do solo. Densidade de invertebrados. Alterações de ecossistemas.

  3. Distribuição espacial da erosão potencial e atual do solo na Bacia Hidrográfica do Rio Sapucaí, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matheus Fonseca Durães

    Full Text Available RESUMO Este estudo avalia a distribuição espacial do potencial natural e atual do solo à erosão hídrica na Bacia do Rio Sapucaí, sul de Minas Gerais, utilizando a equação universal de perda de solos revisada, através de modelagem cartográfica, para a obtenção da erosão potencial (EP e da erosão atual (EA. Os resultados indicaram que a EP para a Bacia do Rio Sapucaí variou de "Muito forte", na sua região de cabeceira (Serra da Mantiqueira, a "Fraca", nas áreas com topografia mais suavizada e menor erosividade da chuva. Em relação à EA, mais de 55,17 % da Bacia do Rio Sapucaí apresenta perdas de solo abaixo de 10 t.ha-1.ano-1, significando baixo potencial atual de erosão. A identificação de áreas de risco associadas à erosão acelerada, realizadas neste estudo, fornecem subsídios fundamentais para medidas associadas ao manejo, conservação e planejamento do uso do solo.

  4. Preparo do solo e emissão de CO2, temperatura e umidade do solo em área canavieira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliano L. Iamaguti

    2015-05-01

    Full Text Available O preparo mecânico do solo é uma das práticas agrícolas que contribuem para o aumento da perda de carbono via emissão de CO2 do solo (FCO2. Com este trabalho objetivou-se investigar o efeito de três sistemas de preparo do solo na FCO2, temperatura e umidade do solo em área de reforma da cultura de cana-de-açúcar. A área experimental foi constituída de três parcelas, cada uma recebendo um dos preparos do solo: preparo convencional (PC, subsolagem convencional (SC e subsolagem localizada (SL. A FCO2, temperatura e a umidade do solo foram avaliadas durante o período total de 17 dias. A FCO2 foi maior no preparo PC (0,75 g CO2 m-2 h-1. A temperatura do solo não diferiu (p > 0,05 entre as subsolagens: SL (26,2 ºC e SC (25,9 ºC. A umidade do solo foi maior na SL (24%, seguida pela SC (21,8% e preparo PC (18,3%. Apenas no preparo PC foi observada correlação significativa (r = –0,71; p < 0,05 entre FCO2 e a temperatura do solo. O preparo PC apresentou emissão total (2.864,3 kg CO2 ha-1, superior às emissões nas subsolagens: SC (1.970,9 kg CO2 ha-1 e SL (1.707,7 kg CO2 ha-1. A conversão do sistema de preparo PC para a SL diminuiu as emissões de CO2 do solo, reduzindo a contribuição da agricultura para o aumento dos gases de efeito estufa na atmosfera.

  5. Avaliação de três áreas de solo construído após mineração de carvão a céu aberto em Lauro Müller, Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Campos M. L.

    2003-01-01

    Full Text Available Em solos construídos após mineração de carvão, a contaminação das camadas superficiais com pirita provoca intensa acidificação do solo, acelera a intemperização de minerais, eleva os teores de Al e Mn e aumenta a lixiviação de bases. O presente trabalho avaliou características químicas, teor de argila e mineralogia, bem como a variabilidade espacial para algumas dessas características em três áreas de solos construídos após mineração de carvão a céu aberto no município de Lauro Müller, Santa Catarina. As três áreas selecionadas apresentavam diferenças no modo de construção topográfico. A primeira, denominada Mina Juliana (MJ, foi construída em 1996, utilizando material (sólum, regolito argiloso e rocha que foi separado e estocado antes da mineração, conforme previsto no plano de reabilitação. A segunda, denominada Mina do Apertado (MA, foi construída, em 1996, usando, como material de cobertura, o sólum proveniente do decapeamento de um morro adjacente à área. A terceira área, denominada Mina Rio do Meio (MRM, sofreu apenas construção topográfica em 1983, com mistura de resíduos de pirita de carvão e rochas de várias camadas. Amostras de solo foram coletadas em sistema de grade de pontos, em três profundidades, sendo analisados o pH em água, teores de Ca, Mg, K e Al trocáveis, H + Al e condutividade elétrica. Em amostras selecionadas, analisaram-se alguns metais pesados e a mineralogia da fração argila. Análises efetuadas em dois perfis de solo representativos das condições anteriores à mineração foram utilizados, para comparação. Todas as áreas apresentaram grande dispersão de valores para características químicas e teor de argila dos solos entre os pontos amostrados. O processo de construção do solo que resultou em maior uniformidade destas características e melhores condições para o estabelecimento de espécies vegetais foi o da área MJ. O solo da área MA, graças

  6. Influência da declividade do solo e da energia cinética de chuvas simuladas no processo de erosão entre sulcos Influence of the soil slope and kinetic energy of simulated precipitation in the channel interrill erosion process

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo S.S. Amorim

    2001-04-01

    Full Text Available Utilizou-se um simulador de chuvas e um canal de solo para se avaliar o efeito da declividade da superfície do solo e da energia cinética decorrente das chuvas simuladas nas perdas de solo em áreas entre sulcos. O experimento consistiu de um esquema fatorial, com cinco valores de energia cinética (495, 832, 1.151, 1.541 e 1.959 J m-2 correspondentes às intensidades de precipitação de 30, 46, 69, 88 e 107 mm h-1, respectivamente, e cinco declividades da superfície do solo (2, 6, 10, 14 e 18%. Nos testes foi utilizado o horizonte A de um Latossolo Vermelho-Amarelo. A perda de solo foi determinada pelo método direto e uma equação de regressão foi obtida, tendo-se como variável dependente a perda de solo e, como variáveis independentes, a declividade da superfície do solo e a energia cinética da precipitação. Os resultados mostraram que a perda acumulada de solo ao longo do tempo apresentou comportamento com tendência linear proporcionando, desta forma, taxas de perda de solo constantes ao longo dos testes e que a perda total de solo aumentou à medida que os valores de declividade da superfície do solo e energia cinética foram aumentados, sendo que o efeito da declividade na perda de solo foi menos expressivo que o da energia cinética.A rainfall simulator and a soil channel were used to evaluate the effect of the soil slope and kinetic energy of simulated rainfall on the soil loss for interrill areas. The experiment consisted of a factorial arrangement, with five values of kinetic energy (495, 832, 1,151, 1,541 e 1,959 J m-2 corresponding to precipitation intensities of 30, 46, 69, 88 and 107 mm h-1, respectively, and five soil slopes (2, 6, 10, 14 and 18%. In the test, a horizon of a Red Yellow Latosol soil was used. The soil loss was determined by direct method and a regression equation was obtained relating the soil loss with the soil slope and kinetic energy. The results showed that the accumulated soil loss with time

  7. Biomassa e atividade microbianas do solo sob influência de chumbo e da rizosfera da soja micorrizada Soil microbial biomass and activity under the influence of lead addition and mycorrhizal soybean rhizosphere

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sara Adrián López de Andrade

    2004-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da adição de chumbo (Pb ao solo na biomassa e atividade microbianas do solo sob influência da rizosfera de soja micorrizada. O trabalho foi realizado em casa de vegetação, com delineamento inteiramente casualizado num esquema fatorial 4x2x2 utilizando-se 0, 150, 300 e 600 mg dm-3 de Pb, inoculação ou não do fungo micorrízico arbuscular (FMA, Glomus macrocarpum, e duas épocas de amostragem - florescimento e maturação da soja. Avaliaram-se o C da biomassa microbiana, a liberação de CO2 do solo e a atividade de três enzimas, desidrogenase, fosfatase alcalina e arilssulfatase. O Pb afetou negativamente o C da biomassa e a atividade da microbiota rizosférica, ocorrendo interação entre a presença de propágulos de FMA e o estádio de desenvolvimento da planta. A atividade da fosfatase alcalina foi a mais afetada pelas altas concentrações de Pb adicionadas ao solo, com redução de 60% na sua atividade, mostrando-se um indicador sensível do estresse metabólico da comunidade microbiana do solo causado pelo excesso de chumbo. A micorrização da soja influenciou de forma direta a microbiota rizosférica, resultando em maior atividade e biomassa, principalmente no estádio de maturação da soja. A microbiota do solo apresentou sintomas de estresse decorrentes da adição de chumbo.The objective of this work was to evaluate the effects of lead addition on soil microbial biomass and activity under the influence of the rhizosphere of mycorrhizal soybean. The experimental design was completely randomized and arranged in a 4x2x2 factorial scheme, using 0, 150, 300 and 600 mg dm-3, inoculation or not of the arbuscular mycorrhizal fungus (AMF Glomus macrocarpum and two sampling periods: soybean flowering and maturity. Microbial biomass C, soil respiration and the activity of three soil enzymes (deshydrogenase, alkaline phosphatase and arilsulphatase were determined. The most affected enzyme

  8. Avaliação da escória de siderurgia e de calcários como corretivos da acidez do solo no cultivo da alface

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Prado Renato de Mello

    2002-01-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou avaliar os efeitos da escória de siderurgia e dos calcários magnesiano e dolomítico, na produção de matéria seca da alface (Lactuca sativa L. e as alterações na sua nutrição e em alguns atributos químicos do solo. Os tratamentos consistiram dos corretivos calcário magnesiano e dolomítico e escória de siderurgia, em três doses: 2,36, 4,72 e 7,08 g por vaso. Utilizou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições, em esquema fatorial 3x3+1 (três corretivos x três doses + testemunha. Todos os materiais corretivos aumentaram a produção de matéria seca da alface, porém destacaram-se os calcários, sendo que para a escória, a alta concentração do Mn na parte aérea limitou a produção. Na parte aérea da alface, os teores e quantidade acumulada de Ca, Mg e Cu aumentaram, e os teores de Mn e Zn não foram alterados com a aplicação dos corretivos. Todos os materiais corretivos foram eficientes na correção da acidez do solo, especialmente quando se utilizou calcário magnesiano. A escória de siderurgia não é o corretivo mais apropriado para a cultura da alface.

  9. Sistemas de preparo do solo, plantas de cobertura e produtividade da cultura da mandioca Soil tillage systems, cover crops and productivity in cassava

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Auro Akio Otsubo

    2008-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos do uso de plantas de cobertura e de sistemas de preparo do solo, no desenvolvimento e na produtividade da cultura da mandioca (Manihot esculenta Crantz. O trabalho foi conduzido em Argissolo Vermelho, sob sistema convencional de preparo do solo, e em cultivo mínimo sobre palhada de mucuna-cinza (Stizolobium cinereum Piper & Tracy, sorgo granífero [Sorghum bicolor (L. Moench] e milheto [Pennisetum americanum (L. K. Schum.]. Aos dezoito meses após o plantio da mandioca, foram avaliados: altura de plantas, produção de massa de matéria seca da parte aérea, número de raízes tuberosas, produtividade, percentagem de matéria seca e de amido nas raízes tuberosas e índice de colheita. Observou-se que o sistema convencional de preparo do solo pode ser substituído, na cultura da mandioca, pela prática do cultivo mínimo, associada ao uso de coberturas vegetais, por promover incrementos significativos na produtividade da cultura, especialmente, quando se utiliza o milheto como planta de cobertura. O uso de plantas de cobertura no pré-cultivo de mandioca, em sistema de preparo mínimo do solo, representa uma alternativa eficiente para um melhor manejo dessa cultura.The objective of this work was to evaluate the effects of cover crops and soil tillage systems in the development and yield of cassava (Manihot esculenta Crantz. The experiment was carried out in an Arenic Hapludult under conventional tillage, and in a minimum tillage system over mucuna (Stizolobium cinereum Piper & Tracy, sorghum [Sorghum bicolor (L. Moench] and millet straw [Pennisetum americanum (L. K. Schum.]. Eighteen months after cassava planting, the following variables were evaluated: plant height, shoot dry matter production, number of roots, yield, dry matter and starch content on storage roots, and harvest index. It was observed that conventional tillage could be replaced by minimum tillage in cassava crop, when associated

  10. Potencial de água do solo e adubação com boro no crescimento e absorção do nutriente pela cultura da soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Robson Trautmann

    2014-02-01

    Full Text Available A soja é uma cultura exigente em boro (B, entretanto, é estreita a faixa entre o nível adequado e o tóxico para esse nutriente no solo; dessa forma, a dose a ser recomendada deve ser bem definida. As condições hídricas do solo também é um aspecto importante relacionado diretamente com a disponibilidade de B para as plantas. Nesse contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da aplicação de fontes e doses de B no crescimento da soja (Glycine max em um Latossolo Vermelho eutroférrico de textura arenosa, submetido a diferentes tensões de água. O experimento foi conduzido em casa de vegetação em vasos com 5 dm³ de solo. Utilizou-se o delineamento experimental em parcelas subdivididas, em esquema fatorial 5 x 2 x 3, sendo cinco doses de B (0,0; 0,25; 0,5; 1,0; e 2,0 mg dm-3; duas fontes (ácido bórico e colemanita e três tensões de água no solo (0,01; 0,03; e 0,10 MPa, com quatro repetições. Os resultados indicaram que o crescimento da soja não é influenciado quando se mantém o nível de tensão de água no solo até 0,1 MPa. O crescimento do sistema radicular foi interferido negativamente com a aplicação de doses de B até 2 mg dm-3, em solo com teor inicial de 0,32 mg dm-3. Os teores de B no solo e no tecido foliar da soja aumentaram linearmente com as doses do nutriente aplicado no solo, sendo observado na maior dose (2 mg dm-3 de B sintomas de típicos de toxidez de B nas folhas da cultura da soja.

  11. Atributos físicos do solo em sistemas de manejo de solo e de rotação de culturas Soil tillage and crop rotation systems on the soil physical attributes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Tulio Spera

    2009-01-01

    Full Text Available A compreensão e a quantificação do impacto do uso e manejo do solo na qualidade física são fundamentais no desenvolvimento de sistemas agrícolas sustentáveis. Com o objetivo de avaliar o efeito de sistemas de manejo de solo e de rotação de culturas sobre alguns atributos físicos de solo em um experimento instalado em 1985, em Latossolo Vermelho Distrófico típico argiloso, em Passo Fundo (RS, estudou-se a variação desses atributos entre 2001 e 2005. Os tratamentos consistiram de quatro modos de manejo de solo: 1 plantio direto (PD; 2 cultivo mínimo (CM; 3 preparo convencional de solo com arado e grade de discos (PCD e 4 preparo convencional de solo com arado de aivecas e grade de discos (PCA, e três sistemas de rotação de culturas: I (trigo/soja, II (trigo/soja e ervilhaca/milho ou sorgo e III (trigo/soja, aveia branca/soja e ervilhaca/milho ou sorgo. O delineamento experimental foi em blocos completos ao acaso, com parcelas subdivididas e três repetições. A parcela foi constituída pelos sistemas de manejo de solo, e as subparcelas, pelos sistemas de rotação de culturas. Amostras de solo também foram coletadas em um fragmento de floresta subtropical adjacente ao experimento, como testemunha da condição original do solo. Os sistemas de manejo e de rotação de culturas influenciaram os atributos físicos do solo quando comparados entre si e com a condição sob floresta subtropical. Em quatro anos (2001 a 2005 ocorreram alterações significativas nos atributos físicos dos solos entre os distintos tipos de manejo. No sistema PD houve maior densidade de solo e microporosidade em comparação aos demais, principalmente na camada subsuperficial, e os sistemas de rotação de plantas não afetaram positivamente os atributos físicos de solo independentemente do tipo de manejo.Evaluation and quantification of soil use impact on its physical quality are important to achieve sustainable cropping systems. Soil physical

  12. DETERMINAÇÃO DA CONDUTIVIDADE HIDRÁULICA E DA SORVIDADE DE UM SOLO NÃO-SATURADO UTILIZANDO-SE PERMEÂMETRO A DISCO DETERMINATION OF UNSATURATED HYDRAULIC CONDUCTIVITY AND SORPTIVITY OF A SOIL USING A DISK PERMEAMETER

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    EDVANE BORGES

    1999-11-01

    Full Text Available Dois métodos, utilizando permeâmetros a disco, foram usados para medir a sorvidade e a condutividade hidráulica em três horizontes de um solo de Santa Maria da Boa Vista, Pernambuco, utilizando-se potenciais de fornecimento de água de 0, -2,5, -5 e -10 cm de água. No primeiro método, a condutividade hidráulica foi obtida através de estimativas da sorvidade e do fluxo estacionário, utilizando-se apenas um permeâmetro. No segundo, as medidas da sorvidade e da condutividade hidráulica foram feitas utilizando-se valores dos fluxos estacionários, obtidos a partir de dois permeâmetros de diferentes raios. Esse segundo método apresentou resultados mais consistentes dos tempos -- gravitacional e geométrico --, e do raio característico de poros que o primeiro método. A sorvidade foi tão importante quanto a condutividade hidráulica para caracterizar o processo de infiltração. A redução brusca dos valores dos raios característicos de poros do horizonte A2/B, com mudanças no potencial de fornecimento de água, revelou a heterogeneidade da estrutura deste horizonte, permitindo identificar a influência dos volumes argilosos compactados sobre o processo de infiltração.Sorptivity and hydraulic conductivity were determined by two methods using disc permeameters. Infiltration experiments were carried out on three horizons of a representative soil of the semi-arid region, located in Santa Maria da Boa Vista, State of Pernambuco, Brazil. Water was supplied to this soil by disc permeameters at potentials of 0, -2.5, -5 and -10 cm of water. In the first method, hydraulic conductivity was measured using estimates of sorptivity and steady state fluxes. In the second, sorptivity and hydraulic conductivity were determined using measurements of steady state fluxes with two disc permeameters of different radius. Results of the second method, regarding characteristic times and characteristic pore radius, were more consistent than those of the

  13. O uso da geomorfologia no estudo dos solos: algumas considerações

    OpenAIRE

    Rocha, Geraldo César; Universidade Estadual de Londrina

    2011-01-01

    A abordagem dos ecossistemas naturais deve levar em conta todas as variáveis que podem influir na sua dinâmica. O estudo dos solos, os quais representam importante elo do ecossistema terrestre, não deve ficar restrito aos limites específicos da Pedologia, e sim fazer uso de teorias e idéias de outras disciplinas, possibilitando um entendimento mais abrangente desse recurso natural.

  14. Desenvolvimento de um consolidômetro pneumático: modelagem da compactação, penetrometria e resistência tênsil de agregados de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Getulio Coutinho Figueiredo

    2011-04-01

    Full Text Available A compactação é um dos processos responsáveis pela degradação física do solo que pode ocasionar a perda da sustentabilidade da produção agrícola. Assim, é fundamental dispor de estratégias instrumentais para quantificar as propriedades físicas que são influenciadas pela compactação e utilizadas para avaliar a qualidade do solo. Os objetivos deste trabalho foram: desenvolver um consolidômetro com propulsão pneumática de baixo custo; avaliar sua funcionalidade mediante estudo do comportamento compressivo de um Latossolo Vermelho distrófico de textura argilo-arenosa sob plantio direto; e avaliar o potencial de utilização da propulsão pneumática para determinações de resistência do solo à penetração (RP e de resistência tênsil de agregados (RT. A avaliação do comportamento compressivo do solo foi realizada mediante curvas de compressão, utilizando amostras indeformadas, obtidas das posições de amostragem relativas à linha e à entrelinha da cultura de aveia-preta. Nessas amostras, foram realizados ensaios de compressão uniaxial em condição de teor de água correspondente ao potencial mátrico de -10 kPa, sendo determinados o índice de compressão (IC e a pressão de preconsolidação (σp, bem como suas relações com outras propriedades físicas do solo. A RP foi determinada em amostras indeformadas de um Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico de textura franco-arenosa sob citros. Para as determinações da RT foram utilizados agregados de dois solos: um Argissolo Acinzentado distrófico arênico coeso e um Argissolo Amarelo distrófico arênico. Os resultados mostram que a densidade do solo, antes do ensaio de compressão uniaxial, foi maior (p < 0,05 para a entrelinha da cultura de aveia-preta. A curva de compressão foi sensível às alterações estruturais do solo entre as posições de amostragem; a σp e o IC indicaram, respectivamente, maior capacidade de suporte de carga e menor suscetibilidade

  15. Controlo da salinidade do solo com recurso à sementeira directa Control of the soil salinity by using direct drilling

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. P. Mendes

    2009-01-01

    Full Text Available A introdução do regadio utilizando água com teores moderados de sais, em zonas de clima semi-árido e em solos com má drenagem interna, conduz, a prazo, ao inevitável aumento da salinidade do solo e, provavelmente, ao risco de alcalização do mesmo. A maior parte das áreas de regadio, a beneficiar com as águas provenientes do Alqueva, enquadram-se nesta circunstância. No presente estudo, pretende-se averiguar se, o aumento da infiltrabilidade do solo e a redução da evaporação directa, conseguida com uma elevada quantidade de resíduos à superfície do solo provenientes de uma cultura de cobertura seguida de s ementeira directa, possibilitam uma menor acumulação dos sais durante o Verão e uma maior lavagem, dos mesmos, durante o Inverno. Para testar a sementeira directa com cultura de cobertura, como tecnologia para o controlo da salinidade, a longo prazo, em clima semi-árido e solos mal drenados, instalou-se um ensaio no Alto Alentejo no perímetro de rega do Caia, em Luvissolos Cálcicos (classificação FAO. O ensaio decorreu debaixo de uma rampa rotativa e tem como tratamentos principais dois sistemas de preparação do solo: sementeira directa sobre cultura de cobertura (SD; sistema convencional (SC, subdividido em dois níveis de salinidade da água (0,7 dS m-1 e 2 dS m-1 e em dois regimes hídricos (100% e 70% da ETc do SC. O regime hídrico mais baixo foi obtido por redução do diâmetro dos bicos dos aspersores numa coroa circular da rampa rotativa e as diferentes qualidades da água foram obtidas por aplicação de cloreto de sódio e de sulfato de magnésio à superfície do solo como se se tratasse de um fertilizante de cobertura, sólido. Ao fim do segundo ano de ensaio, os valores de salinidade da solução do solo (1:2 em peso nos primeiros 0,20 m são inferiores na sementeira directa (0,63 dS m-1 para a SD e 0,75 dS m-1 para o SC e as diferenças são mais acentuadas no regime hídrico mais elevado. Os valores

  16. Aplicação da Equação Universal de Perda do Solo (USLE em Softwares Livres e Gratuitos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Fernandes Barbosa

    2015-01-01

    Full Text Available A erosão é uma das formas mais prejudiciais de degradação do solo. Além de reduzir o potencial produtivo das culturas, pode causar sérios danos ambientais, como poluição dos meios híbridos, com a consequente alteração dos ecossistemas aquáticos e assoreamento dos cursos de água. A Equação Universal de Perda do Solo (USLE, que permite estimar a erosão, sob variadas condições de uso e cobertura do solo, declividade, comprimento de rampa, tipos de solo e chuva, por meio da elaboração de mapas temáticos, representa importante instrumento de investigação sobre o processo erosivo e permite a compartimentação da paisagem em níveis de instabilidade. Quando aplicada por meio de softwares livres e gratuitos, e com uso de imagens também gratuitas, reduz consideravelmente os gastos durante a execução do estudo. O presente estudo objetiva realizar o mapeamento e análise qualitativa da susceptibilidade erosiva do Município de Paraíso das Águas – MS no ano de 2013, aplicando-se o modelo matemático da USLE, com o auxílio dos softwares QGIS, gvSIG e LS-TOOLS. O município obteve perdas médias anuais de solo variando de 0 a 1307,32 ton/ha.ano. Maior parte do território, 91,94%, é classificada com erosão nula a moderada por possuir taxa erosiva menor que 15 ton/ha.ano. Verificou-se que a dinâmica erosiva sofre influência principalmente das características do relevo demonstradas através do fator topográfico (LS.

  17. VARIAÇÃO DA UMIDADE SUPERFICIAL DO SOLO EM PARCELAS EXPERIMENTAIS COM USO DE GEOTÊXTEIS BIODEGRADÁVEIS, UBERLÂNDIA – MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Fernando Rodrigues Bezerra

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo desse trabalho foi analisar a eficiência dos geotêxteis confeccionados artesanalmente com a fibra de buriti, na manutenção da umidade superficial do solo de uma área degradada, em parcelas experimentais na Fazenda Experimental do Glória, município de Uberlândia - MG. O monitoramento foi realizado entre 18/11/2005 e 30/03/2006. Foram construídas duas parcelas com 10 m2 cada (1m x 10m, uma com solo exposto (SE e outra com geotêxteis e gramíneas (GE, com 12º de declividade, sendo utilizados 40 geotêxteis. Uma fotocomparação das características da superfície das parcelas no período monitorado foi obtida a partir de 17 fotografias do mesmo ponto, com posterior classificação supervisionada. A determinação da umidade superficial em seis diferentes pontos longitudinais ao longo das duas parcelas foi realizada com o auxílio do medidor de umidade de campo marca Theta Probe. Para melhor compreensão da dinâmica da umidade superficial nas duas parcelas, o monitoramento desse parâmetro foi dividido em três etapas: 1. Geotêxteis; 2. Geotêxteis e Gramíneas; e 3. Gramíneas. Em relação aos resultados obtidos, verificou-se a diferença entre os dados de umidade superficial nas parcelas com solo exposto e solo com geotêxteis, sendo que essa diferença foi mais elevada na segunda etapa (geotêxteis e gramíneas chegando a 4,9% de volume, enquanto que na primeira etapa (geotêxteis a diferença está em torno de 4,3%. A terceira etapa (gramíneas obteve o valor médio de 3,5%, o menor valor de variação durante o monitoramento. A densidade da cobertura de gramíneas pode ter influenciado nesse resultado, uma vez que ocupou toda a superfície do solo, exigindo maior intensidade das chuvas para alcançar a superfície do solo na parcela, onde foram medidos os dados. Entretanto, a média total dos dados, demonstrou que na parcela com os geotêxteis, a umidade (15,5% foi superior a do solo exposto (11,1%.

  18. Padrão espaço-temporal da umidade volumétrica do solo em uma bacia hidrográfica com predominância de latossolos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Léo Fernandes Ávila

    2011-10-01

    Full Text Available A umidade volumétrica do solo possui alta variabilidade espacial e temporal devido à influência de vários fatores ambientais e de uso do solo. Desse modo, seu entendimento assume papel fundamental na modelagem dos processos que envolvem o escoamento superficial, a erosão do solo e o transporte de sedimentos. Nesse contexto, objetivou-se neste estudo avaliar o padrão espacial e temporal da umidade volumétrica na camada superficial do solo, nas diferentes estações do ano, em uma bacia hidrográfica experimental, com predominância de latossolos, localizada na região Sul de Minas Gerais. Para isso, utilizou-se o conceito de estabilidade temporal e escalonamento de semivariogramas, o qual possibilitou a comparação da estrutura espacial dos modelos de semivariogramas ajustados. Foi possível detectar forte dependência espacial da umidade do solo na bacia hidrográfica, com grau de dependência sempre acima de 80 %, e os semivariogramas escalonados mostraram semelhanças no padrão espacial no verão e no outono e diferenças em relação ao inverno e à primavera. Dessa forma, constatou-se que houve diferença no padrão espacial da umidade do solo ao longo do ano, contudo maior homogeneidade no período chuvoso (verão. Ocorreu variação no padrão temporal de umidade do solo de acordo com as estações do ano, sendo verificada tendência nos dados de inverno e primavera, demonstrada pelo teste de Spearman. Devido às diferenças verificadas no padrão espaçotemporal da umidade do solo ao longo das estações do ano, quatro pontos distintos foram identificados, um em cada estação, para implantação de monitoramento permanente desse atributo do solo na bacia hidrográfica.

  19. Dinâmica da umidade de um solo da Caatinga em função de sua condutividade térmica

    OpenAIRE

    Silans, Alain M. B. P. de; Werlang, Lovania M.

    2011-01-01

    A elaboração de modelos SVATs (Soil Vegetation Atmosphere Transfer - Transporte no sistema solo-vegetação-atmosfera) apropriados, é de grande importância para a compreensão dos mecanismos de transferência de fluxos à superfície, com aplicações na modelagem da circulação atmosférica, na modelagem hidrológica e na modelagem ecodinâmica da vegetação. Neste trabalho se utiliza um modelo SVAT desenvolvido especificamente na região do Cariri, estado da Paraíba, para analisar o efeito dos gradientes...

  20. Efeito da aplicação sucessiva de precipitações pluviais com diferentes perfis na taxa de infiltração de água no solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Henrique Zonta

    2012-04-01

    Full Text Available O processo de infiltração é influenciado pelas condições da superfície do solo e pela precipitação pluvial. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de aplicações sucessivas de precipitações pluviais com diferentes perfis na formação do encrostamento superficial e, consequentemente, na taxa de infiltração de água em solo sem cobertura e com cobertura. Foram aplicadas três precipitações pluviais sucessivas para cada perfil de precipitação pluvial, em intervalos de 24 h, sendo usados os perfis de precipitação pluvial constante, exponencial decrescente, duplo exponencial adiantado e atrasado, com uma lâmina média de 55 mm por aplicação. Buscou-se ajustar um fator de decaimento da taxa de infiltração (Ti em função da energia cinética acumulada da chuva, denominado de fator f, dado pela razão entre a taxa de infiltração estável (Tie com efeito da chuva e a Tie sem o efeito da chuva. Foram avaliadas duas condições de cobertura do solo, solo sem cobertura e solo coberto com palhada, sendo os ensaios de infiltração realizados com um simulador de chuvas, em parcelas experimentais de dimensões de 1,0 x 0,7 m. Os resultados foram avaliados por meio de análises gráficas, análise de variância e teste de média. Verificou-se que os diferentes perfis de precipitação pluvial não influenciaram a infiltração de água no solo, tanto para o solo sem cobertura como para o solo com cobertura, sendo esta influenciada somente pelas aplicações sucessivas, com menores valores da taxa de infiltração obtidos na segunda e terceira aplicações. O decréscimo na Ti em solo sem cobertura foi devido à formação de encrostamento superficial, o que ocorreu logo na primeira aplicação. A Tie em solo sem cobertura teve decréscimo de 75 % se comparada à Tie em solo com cobertura. A lâmina infiltrada não foi influenciado pelos quatro perfis de precipitação pluvial. O fator f foi descrito com uso de uma equa

  1. Densidade do solo, atributos químicos e sistema radicular do milho afetados pelo pastejo e manejo do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    V. R. Silva

    2000-03-01

    Full Text Available A integração lavoura-pecuária é uma alternativa de renda dos produtores no sul do Brasil. Entretanto, o pisoteio animal e, ou, o preparo de solo podem compactá-lo, prejudicando o crescimento radicular e a produtividade das plantas. Estudaram-se os efeitos do pisoteio animal em regime de pastejo contínuo durante o inverno/primavera e do impacto do plantio direto e do preparo convencional de solo no estado de compactação, atributos químicos e distribuição radicular. Em Podzólico Vermelho-Amarelo de textura superficial franca, foi implantada uma pastagem de estação fria composta por aveia (Avena strigosa Schreb e azevém (Lolium multiflorum L.. A carga animal variou conforme o crescimento da pastagem. Em dezembro de 1996, foi implantada a cultura do milho (Zea mays L. para a produção de silagem, usando os seguintes tratamentos: plantio direto na área não pastejada, plantio direto após o pastejo, preparo convencional de solo na área não pastejada e preparo convencional de solo após pastejo. As avaliações apresentadas neste estudo são referentes ao terceiro ano de cultivo, no qual houve um período de pastejo de 107 dias. Aos 45 dias da emergência do milho, foram abertas trincheiras (100 x 40 cm para visualizar a distribuição do sistema radicular e coletar amostras de solo, a cada 5 cm, para caracterização química e determinação da densidade do solo e de raízes. Ao longo do perfil (0-40 cm, o desenho da distribuição de raízes indicou maior quantidade de raízes no preparo convencional de solo, concordando com os resultados de densidade de raízes. O pisoteio animal não teve efeito sobre as características físicas, possivelmente pelo fato de o resíduo da pastagem permanecer próximo a 1,0 Mg ha-1 de matéria seca. A densidade do solo no plantio direto, na camada de 5-10 cm, foi de 1,41 Mg m-3, tanto na área pastejada como na não pastejada. No preparo convencional de solo, esses valores foram de 1,15 Mg m-3

  2. Aplicação da Equação Universal de Perda do Solo (USLE) em Softwares Livres e Gratuitos

    OpenAIRE

    Amanda Fernandes Barbosa; Everton Falcão de Oliveira; Camila Leonardo Mioto; Antonio Conceição Paranhos Filho

    2015-01-01

    A erosão é uma das formas mais prejudiciais de degradação do solo. Além de reduzir o potencial produtivo das culturas, pode causar sérios danos ambientais, como poluição dos meios híbridos, com a consequente alteração dos ecossistemas aquáticos e assoreamento dos cursos de água. A Equação Universal de Perda do Solo (USLE), que permite estimar a erosão, sob variadas condições de uso e cobertura do solo, declividade, comprimento de rampa, tipos de solo e chuva, por meio da elaboraçã...

  3. Crescimento inicial de espécies florestais na recomposição da mata ciliar em taludes submetidos à técnica da bioengenharia de solos.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Sandro Rodrigues Holanda

    2010-08-01

    Full Text Available A Bacia Hidrográfica do rio São Francisco, vem sendo submetida a fortes impactos ambientais por meio de alterações do regime hidrológico e sedimentológico, além de avançada destruição da sua mata ciliar. A vegetação ciliar possui importante função na proteção das margens dos rios promovida pela cobertura vegetal e seu sistema radicular, melhorando a agregação de um solo pouco coeso, diminuindo o arraste de partículas e, consequentemente resultando em menor taxa de erosão e assoreamento do curso d'água. Este trabalho teve como objetivo avaliar o crescimento inicial de espécies florestais em talude marginal submetido à técnica de bioengenharia de solos no rio São Francisco. A bioengenharia de solos foi composta pela cobertura longitudinal do talude com o biotêxtil (Tela Fibrax® 400BF, e em razão das variações diárias de cota do rio foram também utilizados retentores de sedimentos (Bemalonga® D40 para redução ao impacto da água na base do talude, evitando o solapamento promovido pelo fluxo e refluxo das ondas. Antes da fixação do biotêxtil, foram semeadas a lanço sementes da espécie Brachiaria decumbens para promoção de uma rápida cobertura vegetal. Em seguida foram plantadas mudas de seis espécies florestais nativas da região: aroeira vermelha (Schinus terebinthifolius Raddi., pau-pombo (Tapirira guianensis Aubl., mulungu (Erythrina velutina Willd., tamboril (Enterolobium contortisiliquum (Vellozo Morong, canafístula (Cassia grandis L.f. e pau-ferro (Caesalpinia leiostachya (Bentham Ducke. O desenvolvimento das mudas foi analisado por meio da Taxa de Crescimento Relativo de Altura da parte aérea e Diâmetro do colo. Após 360 dias, ao final das avaliações, observou-se que o maior número de indivíduos vivos foi identificado no tratamento com bioengenharia de solos. A grande densidade e agressivo crescimento da espécie Brachiaria decumbens na área com biotêxtil, trouxe danos para o

  4. Crescimento inicial de ervilha sob diferentes níveis de compactação em dois tipos de solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. L. Silva

    2015-12-01

    Full Text Available O manejo do solo pode alterar as propriedades físicas do solo, sendo de grande importância para garantir o estabelecimento de plântulas e produtividade. A inovação de implementos e máquinas agrícolas e excesso de tratos culturais durante o manejo são os principais fatores que interferem nestas características. Assim, objetivou-se avaliar o efeito da compactação de solos com diferentes classes texturais (argilosa e muito argilosa no crescimento inicial de ervilha. O experimento foi montado em casa de vegetação com sementes de ervilha Itapuã 600. Cada tratamento contou com 4 repetições de 50 sementes em diferentes graus de compactação dos solos, com aplicações três cargas sobre os solos que resultaram em: argiloso: controle: 0,21, T1: 0,26, T2: 0,28 e T3: 0,33 MPa, textura muito argilosa: controle: 0,40, T1: 0,42, T2: 0,46 e T3: 0,53 MPa. Foram avaliados a porcentagem de emergência, IVE, VE, comprimento de parte aérea e raiz, massa seca de parte aérea, raiz e massa seca total. Para as duas classes texturais a compactação teve influência sobre a massa seca da parte aérea no solo com textura argilosa e para IVE no solo com textura muito argilosa. Porém, ambos não tiveram relação direta com o nível de compactação.Initial growth of pea under different compaction levels of two types of soilsAbstract: Soil management can alter the physical properties of the soil, being of great importance to ensure adequate levels of crop productivity. The innovation of agricultural implements and machinery and excess cultural practices during handling are the main factors that affect these characteristics. The objective of this study was to evaluate the effect of compaction of soils with different texture classes (clay and heavy clay on the initial growth of pea. The experiment was conducted in a greenhouse at the Department of Fitotecnia at UFV. Itapuã 600 pea seeds were used. Each treatment consisted of 4 replicates of 50 seeds for

  5. Efeito da solarização sobre propriedades físicas, químicas e biológicas de solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Ghini

    2003-02-01

    Full Text Available A solarização é um método de desinfestação que consiste na cobertura do solo com um filme de polietileno transparente, durante o período de intensa radiação solar, e atua por meio do aumento da temperatura do solo. Quatro ensaios foram realizados no estado de São Paulo, nos municípios de Mogi das Cruzes, Jarinu, Piracicaba e Itatiba, nos anos de 2000 e 2001, com o objetivo de avaliar os efeitos da solarização nas propriedades físicas, químicas e biológicas dos solos. A solarização reduziu significativamente a resistência à penetração dos solos nos ensaios de Jarinu, Piracicaba e Itatiba. Em Jarinu, oito meses após a retirada do plástico, as diferenças entre os tratamentos permaneceram. Por outro lado, em Mogi das Cruzes, onde o ensaio foi instalado em solo turfoso, a solarização causou aumento na resistência na camada de 2,5 a 5 cm de profundidade. Nos ensaios de Piracicaba e Jarinu, foram feitas avaliações de macro, microporosidade, porosidade total e densidade, não tendo os tratamentos diferido entre si, porém houve uma tendência de redução na densidade dos solos solarizados. A atividade microbiana, avaliada pela hidrólise de diacetato de fluoresceína, foi reduzida pela solarização. A supressividade a Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli foi avaliada in vitro, pela colonização de amostras de solo usando um isolado marcado com resistência a benomyl, no ensaio de Mogi das Cruzes. A solarização reduziu a recuperação do patógeno, evidenciando um aumento da supressividade. Nos solos solarizados, houve aumento significativo dos teores de N-NH4+ em todos os experimentos, Mn em três, N-NO3-, Mg2+ e saturação por bases em dois e K+ em um experimento. Ocorreu redução dos teores de Cu, Fe e H + Al em dois experimentos e Zn em um ensaio. Segundo os resultados, a solarização promoveu alterações nas propriedades físicas, químicas e biológicas dos solos, melhorando a estrutura, liberando nutrientes e

  6. Qualidade física do solo em um latossolo vermelho da região sudoeste dos cerrados sob diferentes sistemas de uso e manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Antônio Maior Bono

    2013-06-01

    Full Text Available A busca de sistemas de manejo do solo como aqueles que integram lavoura e pecuária, visando à recuperação e, ou, manutenção da qualidade do solo, é fundamental para o manejo sustentável da agropecuária. A hipótese deste estudo é que o uso do solo em sistema de integração lavoura-pecuária melhora as suas propriedades físicas, contribuindo dessa maneira para uma exploração agrícola sustentável do solo na região sudoeste do Cerrado. O objetivo deste trabalho foi verificar a influência de diferentes sistemas de manejo em algumas propriedades físicas de um solo na região dos Cerrados. O solo é classificado como Latossolo Vermelho distrófico, na região do Cerrado, onde foram avaliados os seguintes sistemas de manejo: solo sob vegetação natural; solo com implantação de lavoura de soja durante um ano e seguido de três anos de pastagens; solo com implantação de lavoura de soja durante quatro anos, seguidos por quatro anos de pastagem; solo com lavoura de soja contínua em sistema de plantio direto; e solo com pastagem continuamente. Foram avaliadas a densidade do solo, a resistência do solo à penetração e a estabilidade dos agregados em água, no período de 1995 a 2006. O uso do solo com a forrageira BRACHIARIA DECUMBENS como pastagem contínua proporcionou menor impacto nas propriedades físicas do solo, em relação aos manejos com integração lavoura-pecuária e lavoura contínua.

  7. Avaliação da compactação do solo por meio de um ensaio oedometrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex Rogerdan Medeiros

    2015-07-01

    Full Text Available Este trabalho teve o objetivo de avaliar a compactação do solo por meio de um ensaio oedometrico. O estudo foi desenvolvido na fazenda experimental Rafael Fernandes, da UFERSA localizada em Alagoinha, zona rural do município de Mossoró/RN.O experimento foi conduzido  no período de Março de 2012 à Agosto de 2012. Os parâmetros analisados foram densidade do solo, matéria orgânica, índices de vazios estruturais, índice de compressão. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, com três tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos foram representados por três profundidades de solo 0,0-0,05m; 0,05-0,10m e 0,10-0,20m. Os resultados evidenciaram que os valores de Matéria orgânica e densidade do solo variaram inversamente. O ensaio oedometrico revelou que o índice de vazios estrutural do solo e reduzido com o aumento da densidade do solo e com o teor de água para uma mesma pressão aplicada. Para o mesmo teor de água o índice de vazios estrutural diminuiu com o aumento da pressão aplicada. O índice de compressão do solo diminuiu com a profundidade. Evaluation of soil compaction by means of a test oedometrico ABSTRACT- This study aimed to assess soil compaction through an essay oedometrico. The study was conducted at the experimental farm, Rafael Fernandes of UFERSA located in Alagoinha, rural zone of Mossoró / RN.The experiment was conducted in the period from March 2012 to August 2012. The parameters analyzed were bulk density, void ratio structural compression index and soil organic matter. The experimental design was a randomized block design with three treatments and four replications. The treatments consisted of three soil depths (0.0-0.05 m, 0.05-0.10 m and 0.10-0.20 m The results showed that the values of organic matter decreased with increasing soil depth. The bulk density increased with depth, with a smaller value obtained in the 0 to 5 cm. The oedometer test revealed that the void content

  8. EXTRAÇÃO DE SOLO EXPOSTO E INFERÊNCIA DO TIPO DE SOLO A PARTIR DO ESTUDO DA DRENAGEM USANDO-SE TÉCNICAS DE SENSORIAMENTO REMOTO E GEOPROCESSAMENTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jedman Dantas Motta

    Full Text Available RESUMO Este trabalho procura obter uma região de solo exposto a partir da observação do atributo cor e inferir sobre determinado tipo de solo a partir de um mapa de drenagem obtido através de imagens temáticas TM-Landsat (banda 5 e composições coloridas 7R/2G/1B, 7R/5G/2B e 5R/4G/3B georefenciadas. A região considerada localiza-se próximo à cidade de Campina Grande, Estado da Paraíba, onde existem poucos trabalhos utilizando produtos Landsat, e quase nenhum trabalho cartográfico, devido à grande concentração de nuvens durante todo o ano, o que dificulta a obtenção dos dados por meio aéreo ou espacial.

  9. Amostragem para diagnose do estado nutricional e avaliação da fertilidade do solo em caramboleiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Hernandes

    2011-01-01

    Full Text Available Para a realização de uma análise confiável, a etapa mais sensível e que merece extremo cuidado é a amostragem do tecido vegetal e do solo. A amostra mais adequada é aquela que representa o melhor possível a área de estudo, exigindo um mínimo de plantas amostradas para atender a esse objetivo e com o menor número possível de amostras simples coletadas. Assim, o presente trabalho procurou dimensionar o número de plantas a serem amostradas para a diagnose do estado nutricional, bem como o número de amostras simples necessárias para formar a amostra composta, para fins de avaliação da fertilidade do solo cultivado com caramboleiras. O estudo foi realizado em um pomar comercial de caramboleiras, no município de Vista Alegre do Alto (SP, empregando-se amostragem aleatória, coletando-se a sexta folha a partir do ápice do ramo da caramboleira, na altura mediana da frutífera, no florescimento da cultura, em 40 plantas. Foram coletadas, também, 30 amostras simples de solo, em zigue-zague, nas linhas da cultura, com o auxílio de um trado tipo holandês, nas camadas de 0 a 0,2 m e 0,2 a 0,4 m. Considerando-se aceitável um erro amostral de 10%, 21 plantas de carambola seriam suficientes para as determinações químicas foliares de macronutrientes. Já para os micronutrientes, seriam necessárias, no mínimo, 52 plantas amostradas. O aumento do número de amostras simples reduziu o erro porcentual na estimativa da média desejada, permitindo a recomendação de 14 e 17 amostras simples nas camadas de 0 a 0,2 m e 0,2 a 0,4 m (erro = 20%, respectivamente.

  10. Suscetibilidade magnética do solo e estimação da capacidade de suporte à aplicação de vinhaça

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Gonçalves Peluco

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência da suscetibilidade magnética do solo para estimar a capacidade de suporte de áreas à aplicação de vinhaça. Foram coletadas 241 amostras de solo, de uma área de 380 ha, nas quais foram determinados os atributos químicos, os teores de argila e a suscetibilidade magnética do solo. Foram calculadas as doses de vinhaça recomendadas para cada amostra. Os dados foram submetidos à análise estatística descritiva, e foram desenvolvidos modelos de regressão entre a suscetibilidade magnética e os outros atributos avaliados. A análise da dependência espacial dos dados foi feita com uso da geoestatística. Foram construídos mapas de krigagem e variogramas cruzados, para averiguar a correlação espacial entre a suscetibilidade magnética e os atributos estudados. Com base no mapa de recomendação de vinhaça, nas classes de solo e nos mapas de krigagem, foram calculadas as doses médias de vinhaça e as capacidades de suporte médias, ponderadas pela área. A suscetibilidade magnética apresenta correlação espacial linear significativa com as doses de vinhaça recomendadas e com a capacidade de suporte do solo à aplicação desse efluente, e pode ser utilizada como componente da função de pedotransferência, na quantificação indireta da capacidade de suporte.

  11. Caracterização da condutividade hidráulica dos solos e estudo da vulnerabilidade à contaminação dos aquíferos da sub-bacia do Córrego Palmital Viçosa/MG

    OpenAIRE

    Betim, Luiza Silva

    2013-01-01

    A crescente importância e utilização das águas subterrâneas torna fundamental a avaliação da vulnerabilidade à contaminação de aquíferos, a qual pode constituir uma ótima ferramenta de planejamento ambiental. Tal avaliação exige uma caracterização do meio físico, especialmente relacionada às propriedades físicas dos solos e aquíferos, dentre as quais destaca-se a condutividade hidráulica. Nesse contexto, a presente pesquisa tem como objetivos o estudo da condutividade hidráulica dos solos e a...

  12. Fungos micorrízicos arbusculares em solos de área poluída com metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. Klauberg-Filho

    2002-03-01

    Full Text Available Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ocorrem de forma generalizada e formam importante simbiose com a maioria das plantas, mesmo em solos poluídos com metais pesados. Neste estudo, avaliaram-se a ocorrência e a diversidade dos FMAs em quatro locais com gramíneas em uma área de solo contaminado com metais pesados pela extração e industrialização do Zn. Verificou-se a ocorrência generalizada dos FMAs nos locais estudados, sendo esta influenciada pelas concentrações de metais no solo. Encontrou-se um total de 21 espécies, sendo: sete pertencentes ao gênero Acaulospora, seis de Scutellospora, cinco de Glomus, duas de Gigaspora e uma de Entrophospora,Glomus occultum, Acaulospora morrowiae, Acaulospora mellea, Glomus intraradices, Glomus clarum e Scutellospora pellucida foram as de maior ocorrência. A densidade de esporos, a riqueza de espécies e o aumento da dominância relacionaram-se inversamente com as concentrações de metais no solo. Acaulospora mellea, Glomus clarum e Glomus occultum dominaram as populações de esporos no solo. Concluiu-se que os metais pesados exerceram efeito diferenciado sobre os FMAs, dependendo do grau de poluição.

  13. Capacidade de suporte de carga de Latossolo Vermelho cultivado com cana-de-açúcar e efeitos da mecanização no solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oswaldo Julio Vischi Filho

    2015-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar a capacidade de suporte de carga (CSC de Latossolo Vermelho e, por meio de modelos de compressibilidade, relacioná-la às interações rodado-solo em sistema de manejo com um e três ciclos de cultivo de cana-de-açúcar, com colheita mecanizada. As avaliações da CSC foram realizadas em amostras de solo indeformadas, coletadas na linha de plantio e no canteiro, em quatro camadas: 0,00-0,10, 0,10-0,20, 0,20-0,30 e 0,30-0,40 m. Determinou-se a área de contato dos rodados com o solo, para a estimativa da pressão exercida pelas máquinas agrícolas no solo. As pressões de preconsolidação foram usadas para determinar a CSC. O sistema com três ciclos apresentou maior CSC do que o sistema com apenas um ciclo. A capacidade de suporte de carga do solo avaliado na faixa de friabilidade é maior que as pressões de contato aplicadas ao solo pelos rodados das máquinas agrícolas estudadas.

  14. Composição química da solução do solo nas diferentes classes de poro do solo Chemical composition of soil solution in different soil pore classes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thomas Vincent Gloaguen

    2009-10-01

    Full Text Available A composição química da solução do solo pode ser considerada indicadora da presença de nutrientes ou contaminantes no solo. Para analisar a variação dessa composição nos poros do solo, utilizou-se um sistema de extração sequencial da solução do solo em diferentes classes de diâmetro de poro. Colunas de PVC foram construídas e preenchidas com terra fina seca ao ar de um Cambissolo Háplico distrófico, e irrigadas com água destilada (T1, efluente de estação de tratamento de esgoto sanitário EETE (T2 e EETE + 1,2 g L-1 CaSO4 (T3, aplicando lâminas de 150 e 300 mm. Antes da irrigação e após cada lâmina, aplicaram-se na base de cada coluna os seguintes potenciais: 0, 13,3, 26,7, 40,0 e 53,3 kPa para extração e coleta da solução do solo nas faixas de poros: Ø > 76,2 µm, 44,6 44,6 m. Todos os dados foram ajustados significativamente ao modelo linear Y = a - b.log(X, onde Y é o atributo avaliado e X o diâmetro de poro do solo. Embora a concentração de NO3-na microporosidade supere o valor limite [NO3-]lim para água doce potável (Classe 1, a baixa concentração na macroporosidade (sempre inferior a [NO3-]lim/4 limita o risco de contaminação por lixiviação. Constatou-se também que a adição de gesso promove a redução da concentração de NO3-e de Na+ no solo.The chemistry of the soil solution can be regarded as an indicator of the presence of nutrients or contaminants in the soil. To evaluate the variation of this chemical composition in the soil pores, a sequential system of extraction of the soil solution from the different soil pore classes was used. Soil columns were constructed and filled with air-dried fine soil of a Dystrophic Ultisol, and irrigated with: distilled water (T1, treated wastewater (T2 and treated wastewater + 1.2 g L-1 CaSO4 (T3 at irrigation levels of 150 and 300 mm, added progressively (without leaching. Before and after irrigation the soil solution was extracted by applying successive

  15. Relações da erosão em entressulcos com o tipo e com a quantidade de resíduo vegetal na superfície do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. A. Braida

    1999-09-01

    Full Text Available Os resíduos vegetais na superfície do solo são muito efetivos em dissipar a energia de impacto das gotas de chuva, além de constituírem barreira física ao livre escoamento superficial da água. A presença desses resíduos em contato direto com a superfície do solo pode influenciar, decisivamente, a erosão em entressulcos. Este estudo objetivou avaliar as relações da erosão em entressulcos com a quantidade de resíduo vegetal em cobertura e verificar as diferenças nessas relações para palha de milho e palha de trigo. Um experimento de campo foi instalado no Centro de Pesquisa de Florestas e Conservação do Solo da FEPAGRO, em Santa Maria, RS, em Podzólico Vermelho-Escuro franco-arenoso. As parcelas experimentais mediam 0,50 x 0,75 m, com a maior dimensão no sentido do declive do terreno, que era de 0,17 m m-1, arranjadas em quatro blocos completos ao acaso. Palhas de milho e de trigo, picadas em fragmentos de 7,5 cm, foram distribuídas, nas parcelas, sobre solo recentemente preparado, em quantidades de 0,00, 0,05, 0,10, 0,20, 0,40 e 0,80 kg m-2. Em seguida, foi aplicada uma chuva simulada de intensidade média de 67 mm h-1 e duração de 90 min. As taxas de perdas de solo e água por erosão em entressulcos variaram ao longo da chuva, dependendo da quantidade de resíduo vegetal existente na superfície do solo, porém não foram observadas variações significativas em relação ao tipo de palha. A relação da erosão em entressulcos com a fração do solo coberto (dada em função da quantidade de palha pode ser expressa por meio de uma equação exponencial. Por ser um modelo simples, com medidas de fácil obtenção, sugere-se esse modelo para estimar o subfator cobertura do solo em entressulcos por resíduos em contato direto com a superfície.

  16. VARIABILIDADE ESPACIAL DA PRODUTIVIDADE DE SORGO E DE ATRIBUTOS DO SOLO NA REGIÃO DO ECÓTONO CERRADO-PANTANAL, MS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Montanari

    2015-04-01

    Full Text Available O Sorghum bicolor (L. Moech é uma importante forrageira de alta produção, que cresce no cenário brasileiro ainda de forma lenta em substituição ao cultivo de milho safrinha. A cultura do sorgo seria alternativa no período da seca na produção de silagem para o período das águas; contudo, o crescimento e desenvolvimento das plantas pode ser influenciado por alterações nos atributos do solo, como textura, porosidade e estrutura do solo. O objetivo deste trabalho foi analisar e caracterizar a dependência e variabilidade espacial entre atributos do solo e a cultura do sorgo forrageiro, em um Planossolo Hidromórfico no ecótono Cerrado-Pantanal. Para tanto, estimaram-se a produtividade de matérias verde e seca de forragem (MVF e MSF de sorgo forrageiro e os atributos do solo, como macroporosidade (Ma, microporosidade (Mi, porosidade total (Pt, diâmetro médio geométrico, diâmetro médio ponderado, índice de estabilidade de agregados (IEA e teor de carbono orgânico total do solo (COT, em duas profundidades: 1 (0,00-0,10 m e 2 (0,10-0,20 m. Em relação à malha geoestatística, foram realizadas 50 coletas de atributos de planta e solo em 40 ha. Isso possibilitou detectar a elevada variabilidade espacial dos atributos de planta (MVF e MSF e também os atributos do solo que mais variaram espacialmente. Com relação às variáveis que apresentaram dependência espacial, o coeficiente de determinação (r2 decresceu na seguinte ordem: IEA1, silte2, Ma1, Pt1, areia2, silte1, MSF, argila1, MVF e IEA2. Com isso, verificou-se que IEA1 apresentou o melhor ajuste semivariográfico (r2 = 0,926, com alcance de 677,0 m, e o avaliador da dependência espacial (50,6 % moderado. O silte1, porém, evidenciou o menor alcance (111,0 m e, assim, recomenda-se que em estudos posteriores o alcance mínimo a ser adotado, para esse tipo de avaliação, não deve ser inferior a esse valor em Planossolo Hidromórfico sob preparo convencional. A correla

  17. TEMPERATURA DOS SOLOS E SUAS INFLUÊNCIAS NA REGENERAÇÃO NATURAL DA CAATINGA NOS CARIRIS VELHOS – PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bartolomeu Israel de Souza

    2016-04-01

    Full Text Available A Caatinga vem sofrendo alterações históricas através da retirada maciça da vegetação para o desenvolvimento de diversas atividades econômicas, o que vem acarretando uma série de problemas ambientais e, dentre estes, o aumento da temperatura dos solos. Esse trabalho foi desenvolvido na região dos Cariris Velhos – PB, uma das mais atingidas pelo desmatamento no semiárido brasileiro, com o objetivo de identificar como esse processo tem afetado a temperatura dos solos, estabelecendo relações com a capacidade de germinação das sementes de plantas nativas da Caatinga em função dos níveis térmicos identificados, características ainda pouco conhecidas e de fundamental importância para que se possa compreender melhor a sucessão ecológica em áreas degradadas. Neste trabalho, foi analisada uma série histórica de dados de temperaturas de subsuperfície, obtidos através de geotermômetros, submetidos a tratamento estatístico, e de superfície, através do uso de imagens de satélite, seguida de um levantamento da capacidade de germinação de sementes da Caatinga em diferentes condições térmicas. Os resultados obtidos indicam que o desmatamento vem acarretando a elevação da temperatura média dos solos, atualmente dominando níveis superiores a 350C em grande parte da região, para os quais a maioria das sementes das espécies consultadas não se desenvolveria, tornando ainda mais difícil a recuperação destes ambientes. Os dados apresentados apontam a urgência em evitar a expansão do desmatamento na Caatinga, assim como a criação de medidas de recuperação dos ambientes desertificados.

  18. MÉTODOS DE INDEXAÇÃO DE INDICADORES NA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO SOLO EM RELAÇÃO À EROSÃO HÍDRICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Moreira Cândido

    2015-04-01

    Full Text Available A avaliação da qualidade dos solos agrícolas é importante para definição e adoção de práticas de manejo que garantam a sustentabilidade socioeconômica e ambiental. Os métodos de indexação dos indicadores de qualidade denominados Índice de Qualidade Integrado (IQI e Índice de Qualidade Nemoro (IQN foram utilizados neste estudo para avaliar a qualidade de solo em áreas experimentais de plantio de eucalipto. A seleção dos indicadores foi feita a partir de nove indicadores de qualidade do solo: diâmetro médio geométrico, permeabilidade à água, matéria orgânica, macro e microporosidade, volume total de poros, densidade do solo, resistência à penetração e índice de floculação, que estão relacionados à erosão hídrica. Os tratamentos constituíram de eucalipto plantado em nível, com e sem a manutenção dos resíduos, em desnível e solo descoberto, em dois biomas distintos, cujas vegetações nativas são Cerrado e Floresta. Os índices de qualidade do solo (IQS apresentaram alta correlação com a erosão hídrica. Entre os sistemas manejados, o Eucalipto com manutenção do resíduo evidenciou valores mais elevados em ambos os índices, ressaltando-se a importância da cobertura vegetal e manutenção da matéria orgânica para conservação do solo e da água em sistemas florestais. Os IQS demonstraram alto coeficiente de correlação inversa com as perdas de solo e água. Em locais com as maiores taxas de erosão hídrica manifestaram também os menores valores de IQI e IQN. Assim, os índices testados permitiram avaliar com eficácia os efeitos dos manejos adotados sobre a qualidade do solo em relação à erosão hídrica.

  19. Agregação, carbono e nitrogênio em agregados do solo sob plantio direto com integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arcângelo Loss

    2011-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a estabilidade dos agregados, o conteúdo de matéria orgânica leve do solo (MOL, a distribuição dos teores de carbono orgânico total (COT e nitrogênio (N e a abundância natural de 13C e 15N dos agregados de um Latossolo Vermelho argiloso sob sistema plantio direto (SPD com integração lavoura-pecuária (ILP, em comparação à uma área em SPD sem ILP e uma área de Cerrado natural em Montividiu, GO. Foram coletadas amostras de solo nas camadas de 0-5 e 5-10 cm, em delineamento inteiramente casualizado. Foram avaliados distribuição da massa dos agregados, diâmetro médio ponderado (DMP, diâmetro médio geométrico (DMG e MOL, e foram quantificados os teores de COT, N, δ13C e δ15N dos agregados. A área de Cerrado apresentou os maiores valores de DMP, DMG e MOL. O SPD-ILP apresentou valores maiores de DMP, DMG, COT, N e MOL na camada 5-10 cm do que o SPD, sem braquiária. O SPD-ILP promoveu aumentos nos índices de agregação do solo (0-5 e 5-10 cm, nos teores de MOL (5-10 cm, COT e N (0-5 cm e na formação de agregados estáveis em água (5-10 cm, em comparação ao SPD, sem braquiária.

  20. Atributos físicos, químicos e mineralógicos de solos da região das Várzeas de Sousa (PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Corrêa M. M.

    2003-01-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo caracterizar, física, química e mineralogicamente, os solos localizados nas várzeas de Sousa (Sertão da Paraíba, bem como verificar o efeito dos cátions alcalinos e alcalino-terrosos na estabilidade das substâncias húmicas. Procurou-se, ainda, identificar os critérios de distinção de ambientes utilizados pelos pequenos agricultores e as diferentes formas de uso dos solos da região estudada. Para isso, foram selecionados, amostrados e analisados perfis de solos das classes: Neossolo Flúvico, Luvissolo, Planossolo Nátrico e Vertissolo Cromado. Constatou-se que, além do sódio, o magnésio teve participação efetiva na dispersão de argila, principalmente nos Vertissolos. Os teores de Fe2O3 foram baixos em todos os perfis, com provável predomínio das formas menos cristalinas, identificadas pelas altas relações Feo/Fed. A mineralogia cálcio-sódica da fração silte é condizente com os teores, relativamente elevados, de cálcio, magnésio e sódio, sendo, provavelmente, o principal responsável por esses valores nos solos estudados. Na fração argila de todos os solos, foi observada a presença marcante da vermiculita/esmectita e ilita. Nos Vertissolos, o teor expressivo de ferro na fração argila revela, além da presença da hematita, a ocorrência de mineral 2:1 expansivo rico em ferro, sobretudo a nontronita. O pré-tratamento para eliminação de carbonatos (HCl 0,1 mol L-1, efetuado durante o fracionamento das substâncias húmicas, resultou em aumentos de 300 e 340 % para as frações ácidos húmicos e fúlvicos, respectivamente, e redução de 60 % na fração humina, evidenciando a participação de humatos e fulvatos de cálcio e de magnésio na estabilização da matéria orgânica.

  1. Escória de siderurgia e calcário na correção da acidez do solo cultivado com cana-de-açúcar em vaso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Prado Renato de Mello

    2000-01-01

    Full Text Available A avaliação química da escória de siderurgia, como corretivo de acidez do solo, pode sofrer interferências em razão da presença da alta energia de ligação dos seus constituintes neutralizantes e a presença de diversos elementos metálicos. Tendo como objetivo avaliar se a recomendação de correção baseada no poder de neutralização adotado para o calcário é compatível para escória de siderurgia, em função das alterações do valor pH, teores de H+Al, Ca+Mg em solos ácidos da região dos cerrados cultivados com cana-de-açúcar, realizou-se o presente experimento, em condições de casa de vegetação, em vaso com 20 dm³ do Latossolo Vermelho e do Neossolo Quartzarênico em dois cultivos sucessivos da cana-de-açúcar (cana-planta e cana-soca por 210 dias após a incorporação dos corretivos, a cada cultivo. Os tratamentos, foram constituídos de dois corretivos calcário e escória em dois níveis de aplicação, como segue: nível 1= a dose para elevar V=50% e nível 2= dobro da dose necessária para elevar V=50%. Ao término de cada cultivo, os solos foram amostrados e analisados quimicamente. A reatividade da escória de siderurgia depende da classe de solo. A eficiência da escória de siderurgia baseado no poder de neutralização adotado para o calcário não apresentou comportamento satisfatório para estimar a necessidade de produto para a correção da acidez do solo, sugerindo a necessidade de mais estudos.

  2. Efeitos da adubação NPK na fertilidade do solo, nutrição e crescimento da seringueira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. C. Bataglia

    1999-12-01

    Full Text Available O trabalho teve por objetivo avaliar o efeito de diferentes combinações de doses de fertilizantes NPK, durante o período de formação do seringal, sobre as características químicas do solo, nutrição mineral e crescimento de árvores de seringueira [Hevea brasiliensis (Willd. ex Adr. de Juss. Müell. Arg.], clone RRIM 600. O experimento foi instalado em 1985 e realizado até 1993, no delineamento de blocos ao acaso, num esquema fatorial fracionado 1/2 (4 x 4 x 4, testando as doses anuais de 0, 40, 80 e 120 kg ha-1 de N, P2O5 e K2O, aplicadas na forma de uréia, superfosfato triplo e cloreto de potássio. Foi usado Latossolo Vermelho-Amarelo Podzólico distrófico A moderado de textura arenosa/média, localizado no município de Avaí, estado de São Paulo, no período entre dois e oito anos de idade das árvores. A avaliação do experimento foi feita por meio da análise de solo, de folha e medida do perímetro do caule. O fertilizante nitrogenado (uréia foi o que causou maiores alterações com intensa acidificação do solo. Além de alterar diversos atributos do solo, a aplicação de uréia elevou as concentrações de N e reduziu as de K e S nas folhas. A fertilização fosfatada aumentou a disponibilidade de P no solo e a concentração nas folhas, o mesmo acontecendo com a adubação potássica em relação à disponibilidade de K no solo e na planta. Apesar disso, as correlações entre as concentrações de P e K no solo e nas folhas e o período de imaturidade não foram coerentes com esse aumento de disponibilidade. Mesmo sem a aplicação de micronutrientes, observou-se que as concentrações de B nas folhas correlacionaram-se positivamente com o período de imaturidade, enquanto os demais micronutrientes pouco influíram na fertilidade do solo.

  3. Mineralogia dos solos da Estação Experimental "Theodureto de Camargo", em Campinas Mineralogy of the soils of the Experimental Station "Theodureto de Camargo" - Campinas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adolpho J. Melfi

    1966-01-01

    Full Text Available São estudadas mineralògicamente séries monotípicas da Estação Experimental "Theodureto de Camargo", município de Campinas. Ocorre na área um sillde diabásio Mesozóico, intrusivo em rochas sedimentares cartaoníferas de origem glacial; os solos aí existentes provêm, então, ora de um ou outro tipo de rocha, ora da mistura de ambos. A série Chapadão originou-se de diabásio, sendo classificada como latossol roxo, vulgarmente denominado terra-roxa-legítima. A série Taquaral, também proveniente da mesma rocha, sofreu, entretanto, grande contribuição de sedimentos de origem glacial, evidenciada pela presença de zircão monazita, sillimanita, turmalina, rutilo, granada, estaurolita e cianita. As séries Venda Grande, Barão e Monjolinho derivaram-se de sedimentos arenosos, siltosos e argilosos de origem glacial. A série Pomar, cuja origem se deve também a rochas sedimentares carboníferas siltosas e argilosas, recebeu contribuição mineralógica proveniente do intemperismo do diabásio.The present paper studies the mineralogy of monotypic series determined at the Experimental Station "Theodureto de Camargo". The region is geologically characterized by the presence of a Mesozoic diabase still intruded in a carboniferous glacial sedimentary formation. The existent soils represent weathered products either of rocks-sedimentary or igneous kinds - or a mixture of both. The Chapadão series derived from diabase is classified as "purple latossol", commonly known by the name of "terra roxa legítima". The Taquaral series also results mainly from diabase but has been largely contaminated by glacial sedimentary products as revealed by the presence of zircon, monazite, sillimanite, tourmaline, rutile, garnet, staurolite and kyanite. The Venda Grande, Barão and Monjolinho series result from clayey, silty and sandy glacial sediments. The Pomar series made up of products of carboniferous clay and silt sediments: exhibits notwithstanding an

  4. Aplicação do método de mineralização de nitrogênio com lixiviação para solo tratado com lodo de esgoto e composto orgânico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sarah Mello Leite Moretti

    2013-06-01

    Full Text Available A determinação da taxa de mineralização de nitrogênio (N em solos tratados com resíduos é fundamental para definir as doses a serem aplicadas, fornecendo N às plantas na época adequada, sem perdas do elemento por lixiviação. Inúmeros estudos em solos tratados com resíduos utilizam o teste de mineralização de N sem lixiviação e a caracterização das formas mineralizadas pelo método volumétrico. Em razão da deficiente repetibilidade do teste e da baixa sensibilidade do método de determinação observada em estudos com lodo de esgoto e composto orgânico, adotaram-se o método pouco difundido de mineralização de N com lixiviação e a especificação das formas minerais de N, por meio de métodos espectrofotométricos. O teste foi realizado em colunas de PVC, com 30 mm de diâmetro, preenchidas com terra retirada da camada 0,20 m de um solo classificado como Nitossolo Háplico, álico, argiloso, misturada às seguintes doses de resíduos, em Mg ha-1 (base úmida: lodo de esgoto - L1: 3,6; L2: 7,2; e L3: 14,4; e composto de lodo de esgoto e material vegetal triturado proveniente da poda de árvores urbanas - C1: 7,2; C2: 14,4; e C3: 28,8. As colunas foram incubadas e lixiviadas periodicamente com solução 0,01 mol L-1 KCl e as formas minerais de N determinadas colorimetricamente. Maiores taxas de mineralização ocorreram nas menores doses aplicadas de lodo e composto, evidenciando efeito priming, indesejado à fertilidade de solos sob condições tropicais. Menores taxas ocorreram nas doses L2 e C2, com valores próximos àqueles sugeridos pela legislação, não suprindo a demanda de N almejada, indicando possível necessidade de revisão na norma vigente. De modo geral, as taxas de mineralização foram maiores para o composto orgânico, enquanto a velocidade de degradação do composto orgânico foi menor que para o lodo, revelando maior distribuição da disponibilidade de N para a cultura ao longo do tempo. O m

  5. Efeito da adsorção de fosfato em parâmetros físicos e na compressibilidade de solos tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. B. Silva

    1999-06-01

    Full Text Available A elevada adsorção de fosfato em solos tropicais oxídicos altera o balanço de cargas nas superfícies das partículas e pode aumentar a dispersão. Conseqüentemente, isto pode influir na distribuição de tamanhos de poros, estabilidade de agregados e suscetibilidade à compactação. Para avaliar o efeito da adsorção de fosfato nas curvas de compressão e limites de consistência de solos, foram amostradas as camadas de 0-3 e 27-30 cm de um Latossolo Vermelho-Escuro (LE e de um Cambissolo (C, ambos de textura muito argilosa, na microrregião dos Campos da Mantiqueira (MG. Foi adicionada solução de fosfato à metade das amostras para atingir a sua capacidade máxima de adsorção. As pressões de preconsolidação foram obtidas a partir das curvas de compressão, que representam, graficamente, a densidade do solo em função do logarítmo da pressão aplicada. Os limites de liquidez, plasticidade e de contração foram também determinados para cada amostra com e sem fosfato. Os resultados mostraram um deslocamento das curvas de compressibilidade no sentido de menores pressões de preconsolidação, em função do aumento de umidade e adsorção de P. Esse deslocamento foi mais pronunciado nas amostras do Latossolo, principalmente na camada de 0-3 cm, mostrando redução na capacidade de suporte de cargas dos solos. A adsorção de fosfato também alterou os limites de consistência, reduzindo a amplitude da zona de friabilidade e, conseqüentemente, alterando a capacidade de trabalho e tráfego dos solos.

  6. Estimativa da perda de solo por erosão hídrica na bacia hidrográfica do rio Jauru/MT / Estimation of soil loss for rainfall erosion in the catchment area of Jauru, Mato Grosso State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Mara Alves da Silva Neves

    2011-12-01

    Full Text Available A crescente ocupação do sudoeste de Mato Grosso tem provocado o desmatamento de grande parte da vegetação natural para a exploração agropecuária, sem o adequado uso e manejo do solo, originando áreas de alta fragilidade ambiental e suscetibilidade à erosão hídrica. Para estimar a perda de solo na Bacia Hidrográfica do rio Jauru foi utilizada da Equação Universal de Perdas de Solo operacionalizada por meio de Geotecnologias. No período de 1994 a 2003, a perda média de solo foi de 3,26 t ha-1 ano-1, correspondendo a uma perda nula ou moderada e a erosividade média foi de 683,93 Mj mm ha-1 h-1 ano-1. 81,75% da superfície da Bacia Hidrográfica do rio Jauru é recoberta por solos de elevada erodibilidade (Neossolos Quartzarênicos, Neossolos Litólicos, Argissolos Vermelhos e Argissolos Vermelho-Amarelo. O fator topográfico (LS médio da bacia foi de 2,05. A análise da ocorrência das principais classes de cobertura e uso do solo evidenciou que 28,32% do solo da bacia foram utilizados para uso agropecuário, com predomínio de pastagens. As estimativas geradas pela Equação Universal de Perdas de Solo devem ser consideradas como comparativas da distribuição da erosão hídrica em uma bacia e visam auxiliar na tomada de decisão sobre o uso e manejo do solo mais adequado.

  7. Infiltração de água no solo em um latossolo vermelho da região sudoeste dos cerrados com diferentes sistemas de uso e manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Antonio Maior Bono

    2012-12-01

    Full Text Available Na região do Cerrado, as atividades agrícolas têm provocado impactos negativos, principalmente, na qualidade do solo e da água. Tanto em sistemas de exploração agrícola ou de pecuária, com diferentes manejos, a degradação física do solo é uma das consequências da redução da produtividade. O objetivo deste trabalho foi verificar a infiltração de água no solo sob influência de diferentes sistemas de manejo em um Latossolo Vermelho distrófico na região dos Cerrados. Os tratamentos foram os seguintes sistemas de manejo: a solo sob vegetação nativa; b solo com implantação de lavoura de soja durante um ano, seguido de três anos de pastagens; c solo com implantação de lavoura de soja durante quatro anos, seguidos por quatro anos de pastagem; d solo com lavoura de soja contínua em sistema de plantio direto; e e solo com pastagem continuamente. Foram avaliadas, no período de 1995 a 2002, a velocidade de infiltração básica (VIB e a infiltração de água acumulada no solo, utilizando o método de duplos anéis concêntricos. Os usos do solo com sistema de lavoura contínua, pecuária contínua e integração lavoura-pecuária tiveram a velocidade de infiltração básica e infiltração acumulada reduzidas em relação ao solo com vegetação nativa na região do Cerrado. Entre os sistemas estudados, o sistema de integração lavoura-pecuária foi o que apresentou valores mais próximos aos do solo sob vegetação nativa.

  8. Fenóis derivados da lignina, carboidratos e aminoaçúcares em serapilheira e solos cultivados com eucalipto e pastagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodinei Facco Pegoraro

    2011-04-01

    Full Text Available O cultivo de espécies florestais como o eucalipto em solos ocupados por pastagens pode levar a alterações no processo de decomposição de resíduos vegetais e na formação da matéria orgânica do solo (MOS, principalmente por alterar a contribuição de diferentes compostos orgânicos e modificar a atividade e a diversidade microbiana. Neste sentido, o presente estudo teve o objetivo de avaliar alterações causadas pelo cultivo do eucalipto em compostos orgânicos, tais como: fenóis derivados de lignina, carboidratos e aminoaçúcares, visando identificar o estádio de decomposição e a contribuição de compostos de origem microbiana para a MOS em solos do litoral Norte do Espírito Santo em comparação àqueles de pastagem. Os resultados indicaram menor aporte de carboidratos e teor de lignina similar na serapilheira de eucalipto em comparação àqueles da pastagem. Os fenóis derivados de lignina, que se caracterizaram pela presença de compostos do grupo cinamil (ácidos ferúlico e p-coumárico em maior teor, refletiram em maior acúmulo destes compostos e carboidratos totais no solo de pastagem, embora os teores totais de lignina, COT, NT e aminoaçúcares tenham sido semelhantes entre os cultivos. Nos solos cultivados com eucalipto obteve-se maior contribuição de componentes de origem vegetal (menor relação H/P para a MOS que aqueles de origem microbiana em comparação aos solos sob pastagem. O teor de determinados aminoaçúcares, como a glucosamina, nos solos indicou que os fungos são mais abundantes que bactérias e actinomicetos, especialmente no solo de pastagem.

  9. Poder poluente de águas residuárias de suinocultura após utilização de um tratamento integrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludmilla Santana Soares e Barros

    2003-01-01

    Full Text Available Em experimento de campo, avaliou-se o potencial de impacto ambiental de águas residuárias de suinocultura, acondicionadas em um tanque de estocagem, com distintos tempos de retenção hidráulica e aplicadas, posteriormente, em lisímetros preenchidos com solos arenosos, argilosos e de texturas médias. Para tal, foram determinados os valores de pH nos solos e as quantificações das concentrações de zinco e cobre na água residuária "in natura" e, após os quatro tempos de retenção hidráulica do tanque de estocagem, nos percolados dos lisímetros e nos solos. Os resultados mostram que a estocagem não foi eficiente na redução, aos níveis exigidos pela legislação, das concentrações de zinco e cobre nos efluentes do tanque de estocagem. A aplicação no solo gerou reduções eficientes nas concentrações de zinco e cobre. Por fim, enfocando a contribuição fertilizante destas águas residuárias, o solo argiloso foi o mais beneficiado com este sistema integrado de tratamento, contribuindo para a redução das concentrações de zinco e cobre para valores abaixo dos permitidos pelas legislações, o que protegeria o lençol freático da contaminação por esses dois metais pesados.

  10. Mapeamento de risco de sodificação de solos em microbacia hidrográfica no Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Boeno Patricio Luiz

    2017-02-01

    Full Text Available Atualmente, o uso de águas subterrâneas para fins de irrigação tem se tornado uma constante em muitas bacias hidrográficas brasileiras. Contudo, a utilização de águas com alto teor de sódio pode trazer uma série de prejuízos para os solos agrícolas, especialmente aos mais argilosos e com drenagem deficiente. A pesquisa objetivou avaliar o risco de sodificação dos solos da microbacia hidrográfica do Lajeado Erval Novo com a introdução de águas subterrâneas para atividades de irrigação. Para tanto, aplicou-se um modelo quali-quantitativo para cruzar informações das concentrações salinas da água subterrânea de 14 poços tubulares localizados na região com características geomorfológicas da microbacia. Para avaliação do teor de sódio das águas subterrâneas utilizou-se o índice de Relação de Adsorção de Sódio (RAS como indicador da porcentagem de sódio contido em água que pode ser adsorvido pelo solo. Esse indicador aliado ao mapeamento em Sistema de Informação Geográfica (SIG das características de declividade e tipo de solo forneceram um diagnóstico do risco de salinização do solo em diferentes partes da microbacia. Como resultado, evidenciou-se o elevado risco de sodificação na porção sul da microbacia ao utilizar águas para irrigação classificadas com índice RAS alto (>18 e muito alto (>26. Estudos desta natureza visam contribuir para o levantamento de informações de interesse para a realização de práticas mais sustentáveis na agricultura, objetivando o uso dos recursos hídricos na região, servindo de contribuição para as políticas públicas do setor. Sodification risk mapping of soils in micro watershed in Rio Grande do SulAbstract: Currently, the use of groundwater for irrigation purposes has become a constant in many brazilian watershed. However, the use of water with high sodium content can bring a lot of damage to agricultural soils, especially the clay soils and with poor

  11. Mineralização do nitrogênio incorporado como material vegetal em três solos da Amazônia Central

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.S. Alfaia

    1997-09-01

    Full Text Available A mineralização do N proveniente do resíduo de feijão-caupi marcado com 15N foi estudada em condições de laboratório de setembro a dezembro de 1992. O material vegetal foi incorporado em amostras dos três principais solos da Amazônia Central: dois de terra firme, classificados como latossolo amarelo e podzólico vermelho-amarelo, e um de várzea, classificado como glei pouco húmico (GP. As variações nos teores e na forma de N mineral provenientes do resíduo de caupi foram relacionadas com as características químicas dos solos estudados. No latossolo e no podzólico, a incorporação do resíduo de caupi aumentou significativamente a mineralização do N, sendo a forma amoniacal predominante, enquanto, no GP, a forma nítrica preponderou. Nos solos de terra firme, a incorporação do resíduo de caupi aumentou a mineralização do N orgânico do solo, indicando a ocorrência do efeito "priming". Após 60 dias de incubação, cerca de 30 (podzólico a 40% (latossolo do N proveniente do caupi foi mineralizado nos solos de terra firme, enquanto no de várzea somente 18% foi mineralizado nesse período. Tais resultados mostram o potencial que essa leguminosa apresenta como fornecedora de N para as plantas nos solos de terra firme da Amazônia Central.

  12. Características químicas do solo sob algodoeiro em área que recebeu água residuária da suinocultura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Salomão de Sousa Medeiros

    2011-06-01

    Full Text Available A crescente geração de efluentes líquidos e o seu lançamento no meio ambiente tem-se constituído numa preocupação mundial devido aos impactos negativos gerados. O objetivo deste trabalho foi avaliar os possíveis impactos da aplicação do efluente proveniente da suinocultura, após seu tratamento, nos atributos químicos do solo, em área cultivada com algodão. O experimento foi realizado no Perímetro Irrigado Formoso, no município de Bom Jesus da Lapa, BA, em área experimental da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba - CODEVASF. Foram testados cinco tratamentos: MC - manejo convencional = água de "boa qualidade" + adubação química; ET100 = 100 % de efluente tratado; ET75:25 = 75 % de efluente tratado + 25 % de água boa; ET50:50 = 50 % de efluente tratado + 50 % de água boa; ET25:75 = 25 % de efluente tratado + 75 % de água boa. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições. Os atributos químicos do solo avaliados foram: pH, condutividade elétrica, teores de N, P, K, Ca, Mg, Na, Zn, Fe, Mn e Cu. Em geral, quanto aos atributos químicos do solo, a adoção do manejo com efluente tratado apresentou resultados semelhantes aos obtidos com o MC, favorecendo a melhoria da fertilidade do solo e constituindo-se em uma fonte alternativa de fertilização de baixo custo. O efluente tratado, independentemente do fator de diluição, também demonstrou ser uma fonte alternativa de água.

  13. Cinética da dissolução redutiva da goethita e hematita em solos poligenéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inda Junior Alberto Vasconcellos

    2005-01-01

    Full Text Available A cinética da dissolução redutiva da goethita e da hematita em solos poligenéticos foi avaliada por dois modelos matemáticos. O modelo Kabai descreveu a dissolução em um único segmento linear, não discriminando fases de um mesmo óxido ou de diferentes óxidos em cada amostra. A análise comparativa da estabilidade de cristais por este modelo somente pode ser realizada entre amostras distintas. O modelo Avrami-Erofejev descreveu a dissolução em mais de um segmento linear na maioria das amostras. Este modelo discriminou fases de um mesmo óxido e ofereceu condições para classificar o grau de estabilidade destes minerais dentro de cada amostra. Os modelos indicaram menor estabilidade da hematita em relação à goethita frente à dissolução redutiva, principalmente quando a última combinou baixa substituição por Al3+ e alta área superficial específica. A influência destes parâmetros mineralógicos na estabilidade dos cristais à dissolução redutiva mostrou ser dependente da abordagem matemática utilizada para determinar a cinética dissolutiva.

  14. Soil structure degradation in patches of alfalfa fields Degradação da estrutura do solo em "patches" em pastagens de alfafa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Celeste Miretti

    2010-10-01

    Full Text Available Alfalfa (Medicago sativa is the basic forage resource for milk production in the flat Pampa of the Santa Fe Province of Argentina. However, the presence of microrelief with patches threatens the expansion of the area cultivated with alfalfa. The lower productivity in the patches is attributed to the inferior soil physical quality. The objectives of this study were to quantify indicators of soil physical quality and to establish the soil properties that would affect the alfalfa productivity in patches (PA and normal areas (NA. Additionally, the macro and micro nutrient contents in both areas were determined. The experiment was carried out on an Aquic Argiudoll. Eighteen sampling sites, nine in NA and nine in PA were established. At each site, undisturbed soil samples (5 × 5 cm cores were collected to measure soil bulk density (Bd, soil resistance to root penetration (PR, effective stress (σ, the water release curve and the least limiting water range (LLWR. Disturbed soil samples were also taken to determine macro and micronutrient contents, and particle size distribution. Non differences were detected for soil chemical properties between PA and NA. Aggregate size distribution indicated predominance of small aggregates in PA. Bd, PR and s were higher in PA than in NA, while the LLWR was narrower. Inadequate aeration under conditions of excessive soil moisture and inappropriate soil mechanical resistance when the soil is dry would affect alfalfa productivity. The overall results indicate that the soil physical quality in PA is lower than in NA.A alfafa (Medicago sativa é a pastagem básica na produção de leite na Pampa plana da Província de Santa Fe da Argentina. Entretanto, a presença de microrelevo com "patches" (áreas de menor produção ameaça a expansão da cultura. A menor produtividade nos "patches" foi atribuída â inferior qualidade física do solo. Avaliaram-se indicadores de qualidade física do solo e estabeleceram-se as

  15. Alterações de características químicas do solo e resposta da soja ao calcário e gesso aplicados na superfície em sistema de cultivo sem preparo do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. F. Caires

    1998-03-01

    Full Text Available O experimento foi desenvolvido em um Latossolo Vermelho-Escuro distrófico, em Ponta Grossa (PR, com o objetivo de avaliar os efeitos da aplicação de calcário e gesso na superfície sobre as características químicas do solo e resposta da soja cultivada em sistema de cultivo sem preparo do solo. O delineamento experimental empregado foi o de blocos ao acaso em parcela subdividida, com três repetições. Foram utilizadas quatro doses de calcário dolomítico, com 84% de PRNT: 0, 2, 4 e 6 t ha-1, e quatro doses de gesso agrícola: 0, 4, 8 e 12 t ha-1. A calagem foi realizada em julho, e a aplicação de gesso em novembro de 1993. A cultura da soja foi avaliada nos anos agrícolas de 1993/94 e 1995/96. A soja não respondeu à aplicação de calcário e gesso na superfície, em solo com pH (CaCl2 0,01 mol L-1 4,5 e 32% de saturação por bases na camada de 0-20 cm. A calagem proporcionou correção da acidez do solo, revelada pela elevação do pH e redução do alumínio trocável, até a profundidade de 10 cm e em camadas subsuperficiais, mostrando que a ação do calcário aplicado na superfície, em áreas com cultivos já estabelecidos, não preparadas convencionalmente, pode atingir camadas mais profundas de solo. Esse efeito foi observado doze meses após a aplicação do corretivo, tendo sido mais pronunciado após vinte e oito meses. A aplicação de gesso causou redução do alumínio trocável, elevou os teores de cálcio em todo o perfil do solo e provocou lixiviação de bases, principalmente de magnésio, tendo sido esta mais acentuada na presença de maiores teores de magnésio trocável no solo. Após vinte e quatro meses, foram recuperados cerca de 40% do S-SO4 e 60% do cálcio aplicados pelo gesso na dose de 12 t ha-1, até a profundidade de 80 cm. Desse total recuperado, apenas 10% do S-SO4 e 25% do cálcio foram encontrados na camada de 0-20 cm de solo.

  16. C-orgânico, N-total e substâncias húmicas sob influência da introdução de pastagens (Brachiaria sp. em áreas de cerrado e floresta amazônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. M. Longo

    2000-12-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou avaliar os efeitos da intervenção humana na remoção da cobertura original e seu posterior uso agrícola, pela introdução de pastagem (Brachiaria sp na região do cerrado (Senador Canedo-GO, junto à Empresa Goiana de Pesquisa Agropecuária (EMGOPA, e da floresta amazônica (Porto Velho-RO, junto à Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA, tendo como atributos principais de análises modificações nos teores de nitrogênio total, carbono orgânico, relação C/N e frações de ácidos fúlvicos, ácidos húmicos e humina. As amostras foram coletadas em setembro de 1995, em Latossolo Vermelho-Amarelo argiloso, ao longo de uma transeção que continha 24 pontos: 12 sob vegetação natural e 12 sob pastagem plantada, em duas profundidades, em ambos os ecossistemas. Os resultados permitiram observar uma diminuição nas concentrações de ácido fúlvico e humina e nos teores de N-total e C-orgânico na mudança da condição de vegetação natural para pastagem; os maiores valores foram encontrados no horizonte Ao, principalmente no solo sob floresta amazônica, revelando uma queda brusca deste para o subjacente, evidenciando o efeito do tipo da cobertura vegetal sobre o teor e sobre a distribuição dos componentes orgânicos em solos tropicais.

  17. DETERMINAÇÃO E ESPACIALIZAÇÃO DA PERDA DE SOLO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO CASCAVEL, GOIÁS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Souza Rodrigues Pereira

    2015-12-01

    Full Text Available O modelo de predição de erosão hídrica baseado na Equação Universal de Perda de Solo (USLE, bem como suas variações, tem sido amplamente empregado no Brasil e no mundo devido sua robustez e eficiência. Assim, este estudo tem por objetivos, identificar as áreas mais susceptíveis à erosão hídrica laminar e quantificar os processos erosivos na Bacia Hidrográfica do Córrego Cascavel, tributário do Ribeirão Anicuns. Para tanto, foram identificadas as pedologias existentes, necessárias para a definição do Fator de Erodibilidade (k, realizado cálculo das precipitações para obtenção do Fator de Erosovidade (R, classificação supervisionada de imagem satélite do Landsat 8 composição 4-5-3 (RGB, por meio do programa ArcGis, para compor uma correlação entre os fatores Uso e Manejo do Solo (C e Práticas Conservacionistas (P e, por fim, o Fator Topográfico (LS foi obtido por meio do programa SAGA, que realiza um cruzamento entre o comprimento da rampa e a declividade da região. Dessa forma, foi realizada a interpolação de todos os fatores que compõem a USLE em um Sistema de Informações Geográficas (SIG. Este estudo consiste no primeiro trabalho dessa natureza realizado para a área com tais ferramentas. Os resultados obtidos mostraram-se coerentes em relação aos dados de entrada. O produto final, Mapa de Estimativa de Perda Anual de Solo, demonstrou taxas que variam de 0 - 10 t/ha.a, divididos em seis classes de perdas de solo. As classes predominantes de perdas foram de 0 - 3,2 t/ha.a, sendo o valor máximo de 10 t/ha.a considerado normal para essa região.

  18. Influência do preparo inicial sobre a estrutura do solo quando da adoção do sistema plantio direto, avaliada por meio da pressão de preconsolidação

    OpenAIRE

    Silva,R. B.; Dias Junior,M. S.; Santos,F. L.; Franz,C. A. B.

    2003-01-01

    Os efeitos do tráfego e do tipo de preparo sobre a estrutura dos solos agrícolas, quando da adoção do sistema plantio direto na região dos Cerrados, têm sido pouco pesquisados. Os estudos desenvolvidos são apenas qualitativos e utilizam-se, geralmente, de propriedades, tais como: a densidade do solo e a resistência do solo à penetração, as quais não possibilitam predizer quanto de pressão o solo pode receber de forma que, em manejos futuros, a compactação possa ser evitada. Este trabalho teve...

  19. O ENSINO DE GEOGRAFIA REGIONAL DA PARAÍBA: ESPAÇO AGRÁRIO, USO DO SOLO E DIFUSÃO DA INFORMAÇÃO – APRESENTAÇÃO

    OpenAIRE

    Emilia Moreira

    2003-01-01

    Este número da revista “Cadernos do LOGEPA – Série Texto Didático” tem por objetivo divulgar os resultados do Projeto “O Ensino de Geografia Regional da Paraíba: espaço agrário, uso do solo e difusão da informação”, desenvolvido no âmbito dos Laboratórios de Geografia da Paraíba (LOGEPA) e de Ensino e Pesquisa em Análise Espacial (LEPAN) do Departamento de Geociências da UFPB, com o apoio do Programa de Iniciação à Docência (PROLICEN –UFPB). Ele reuniu um grupo de cinco docentes do Departamen...

  20. Efeitos da fosfatagem nos atributos químicos do solo e produção de cana-de-açúcar para forragem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. A. M. Lisboa

    2017-12-01

    Full Text Available O fósforo (P é considerado um elemento essencial para o cultivo da cana-de-açúcar, assumindo grande importância no enraizamento, no perfilhamento e na produção de forragem. Com o objetivo de avaliar os efeitos da fosfatagem em pré-plantio nos atributos químicos do solo e no desenvolvimento da cultura da cana-de-açúcar para produção de forragem foi realizado um experimento com a variedade RB 86 7515, junto à unidade produtora da Usina Santa Mercedes, Tupi Paulista, SP. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com 8 tratamentos e 4 repetições, totalizando 32 unidades experimentais, em esquema fatorial 2 x 4, duas fontes de fósforo (fosfato decantado e fosfato de monoamônio e quatro doses de fósforo (0; 80; 120; 160 kg/ha P2O5. As fontes e doses testadas de fósforo (P aumenta a disponibilidade de P no solo, sendo a dose de 120 kg/ha P2O5 que apresenta maior produção de massa verde de forragem. A fonte fosfato monoamônico reduz o pH do solo e aumenta a disponibilidade dos micronutrientes como ferro, boro e zinco.

  1. Sistematização participativa de cursos de capacitação em solos para professores da educação básica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Oliveira Cirino

    2015-06-01

    Full Text Available O Programa de Educação em Solos e Meio Ambiente, do Departamento de Solos da Universidade Federal de Viçosa oferece, desde 2004, cursos anuais de capacitação em solos para professores da Educação Básica. Após três anos consecutivos, já era possível observar os impactos da abordagem em algumas escolas de Viçosa-MG. Para analisar e refletir criticamente a influência dos cursos na prática pedagógica dos participantes desenvolveu-se pesquisa em processo de sistematização participativa, durante encontros presenciais com os participantes dos cursos de 2004, 2005 e 2006. Os resultados são apresentados neste artigo e mostram que tantoos conteúdos como os métodos desenvolvidos nos três cursos foram efetivamente apropriados pelos educadores, que valorizaram e ressignificaram o conteúdo de solos. Isso lhes deu mais segurança em sua abordagem, enriquecendo as aulas e diversificando-as com o uso de diferentes abordagens metodológicas, possibilitando inclusive a superação do livro didático como único apoio conceitual e metodológico às suas aulas.

  2. Caracterização e classificação de solos em uma topossequência sobre calcário na serra da Bodoquena, MS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Gervasio Pereira

    2013-02-01

    Full Text Available A serra da Bodoquena, localizada no Estado do Mato Grosso do Sul, apresenta particularidades nos seus solos, que diferem de outras regiões do bioma cerrado-pantanal. Este trabalho teve como objetivo ampliar o conhecimento dos solos formados sobre calcário, por meio da caracterização dos seus atributos físicos, químicos, mineralógicos e da matéria orgânica. Foi selecionada uma topossequência sobre calcário, onde foram abertas trincheiras no topo (P1, terço inferior (P2, sopé (P3 e baixada (P4 e P5. Os perfis foram descritos morfologicamente e analisados os atributos físicos, químicos e mineralógicos dos horizontes. De acordo com o Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, os solos estudados foram classificados como: (P1 Organossolo Fólico Sáprico lítico - OOs; (P2 Chernossolo Háplico Órtico típico - MXo; (P3 Chernossolo Argilúvico Órtico típico - MTo; (P4 Gleissolo Melânico Carbonático chernossólico - GMk1; e (P5 Gleissolo Melânico Carbonático organossólico - GMk2. Todos os perfis estudados apresentaram cores escuras nos horizontes superficiais e mais avermelhadas ou acinzentadas em profundidade, em razão da drenagem, sempre associados com elevados valores de saturação por bases e tendo o cálcio como cátion predominante no complexo sortivo. Das frações húmicas, a humina representou a maior fração do carbono orgânico em todos os solos. A análise mineralógica constatou a presença de calcita na fração areia nos perfis GMk1 e GMk2 e caulinita, illita e montmorilonita, na fração argila de todos os solos. A ocorrência do Organossolo Fólico em ambiente não altimontano, diferente do relatado pelo Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, sugere maior amplitude das condições ambientais para a ocorrência dessa subordem.

  3. Estoques de carbono e qualidade da matéria orgânica do solo em áreas cultivadas com cana-de-açúcar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Signor

    2014-10-01

    Full Text Available A cana-de-açúcar é a principal cultura utilizada na produção de etanol biocombustível no Brasil e sua colheita pode ser feita com ou sem queima das folhas, aumentando ou diminuindo a emissão de gases do efeito estufa e a deposição de C no solo. Por meio deste trabalho, avaliou-se o efeito de sistemas de colheita de cana-de-açúcar (com e sem queima da palha, com um, três e seis anos após a última reforma do canavial sobre os teores e estoques de C no solo, a qualidade física da matéria orgânica e a imobilização de C na biomassa microbiana do solo. As áreas de colheita sem queima apresentaram maior teor de C na camada superficial e maiores estoques de C, independentemente do tempo após a última reforma. Diferenças na qualidade física da matéria orgânica ocorreram principalmente na fração com tamanho entre 53 e 75 µm, na qual a proporção de C foi maior nas áreas sem queima. Na camada de 0-10 cm, o sistema sem queima apresentou maior teor de C microbiano. A colheita sem queima da palha é eficiente em acumular C em formas que possuem alto tempo de residência no solo.

  4. Características físicas de um latossolo vermelho-escuro no Cerrado de Planaltina, DF, submetido à ação do fogo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SPERA SILVIO TULIO

    2000-01-01

    Full Text Available Os principais efeitos do fogo como manejo de solo estão relacionados a alterações biológicas e químicas do solo. A queima pode ainda alterar a umidade do solo em razão de mudanças na taxa de infiltração, na taxa de transpiração, na porosidade e na repelência do solo à água. O objetivo deste trabalho foi avaliar as características físicas de um Latossolo Vermelho-Escuro muito argiloso, plano, fase campo cerrado, submetido à ação do fogo, após ser utilizado durante 20 anos em pastagem nativa sem queima. Uma área de 1,25 ha foi submetida à ação bienal do fogo, e uma área adjacente, do mesmo tamanho, foi mantida protegida da ação do fogo. Após seis anos, não houve variações marcantes nas características físicas do solo induzidas pelo fogo, exceto no aumento da umidade do solo nas parcelas não queimadas. Nas parcelas onde se aplicou o fogo, observou-se tendência para o aumento da microporosidade, que pode ser atribuída à compactação promovida pelo impacto das gotas de chuva no solo desnudado pelo fogo. Conclui-se, entretanto, que a queima bienal não foi suficiente para provocar degradação no período estudado.

  5. Mineralogia da fração argila de solos vermelhos com horizontes superficiais brunados do Planalto de Lages (SC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. A. Almeida

    2000-12-01

    Full Text Available Em regiões de altitudes elevadas do sul do Brasil, predominam perfis de solos com coloração bruna ou bruno-amarelada, em conseqüência do clima frio e úmido, que favorece a formação e, ou, persistência de óxidos de ferro na forma de goethita, causando o amarelecimento completo dos solos. Entretanto, em alguns locais, constatam-se perfis de solos com horizontes superficiais brunados, mas que, em profundidade, apresentam cores avermelhadas, o que parece constituir relíquia de clima pretérito mais seco e quente que o atual. O presente trabalho objetivou estudar a gênese das feições citadas, por meio da avaliação das características estruturais dos óxidos de ferro goethita e hematita nos horizontes brunados e vermelhos. Para tanto, foram descritos e amostrados no Planalto de Lages dois perfis de Nitossolos Vermelhos (Podzólicos Vermelho-Escuros, com horizontes superficiais brunados. Além da caracterização analítica usual, avaliaram-se, através de difratometria de raios X, as características estruturais dos óxidos de ferro de horizontes dos perfis, bem como em crosta laterítica, pedotúbulos e nódulos de gibbsita. Diferenças no padrão da goethita entre os horizontes brunados e vermelhos, bem como similaridade no padrão da hematita ao longo dos perfis, evidenciam que a hematita e, possivelmente, parte da população de goethita com menor substituição de ferro por alumínio tenham sido preferencialmente dissolvidas nos horizontes superficiais. O amarelecimento superficial parece ter sido resultante da persistência da população de goethitas com maior substituição de ferro por alumínio e da neoformação de goethitas, cujas características de maior substituição isomórfica de ferro por alumínio indicam terem sido formadas em condições ambientais diferentes das que prevaleceram na formação dos horizontes subsuperficiais vermelhos.

  6. Indicadores microbiológicos e bioquímicos da qualidade do solo em transição para cultivo orgânico de feijoeiro comum (Phaseolus vulgaris L.)

    OpenAIRE

    ROSA, Joyce Rover

    2009-01-01

    A análise da qualidade do solo durante e após o período de transição de um sistema produtivo convencional para um sistema orgânico é importante como indicador de sustentabilidade. Indicadores microbiológicos e bioquímicos da qualidade do solo devem responder rapidamente a mudanças no manejo e alterações nos sistemas de produção. Assim, este experimento teve como objetivo avaliar as alterações nos indicadores microbiológicos e bioquímicos do solo em um sistema de produção em ...

  7. Analise da vulnerabilidade de um solo agrícola, irrigado com águas poluídas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benjamim Carvalho Lima Junior

    2014-08-01

    Full Text Available O reúso planejado de água de qualidade inferior contribui para uma gestão melhor dos recursos hídricos, favorecendo a produção agrícola em locais onde este fator de produção é escasso. No semiárido brasileiro a utilização de água de qualidade inferior em sistemas produtivos irrigados é em muitas situações, a única maneira de garantir a produção agrícola. Este trabalho objetivou identificar os impactos salinos em um solo agrícola cultivado com bananicultura irrigada com águas poluídas. Foram avaliados os parâmetros hidrodinâmico do solo condutividade hidráulica (K0, e porosidade drenável (μ, e os parâmetros de classificação salina do solo (pHes, CEes e PST. Foram realizadas análises exploratórias através de métodos estatísticos descritiva dos parâmetros hidrodinâmicos e modelagem geoestatística dos parâmetros de classificação salina. Observou no estudo o solo da área experimental encontra-se degradado por processo de salinização e sodicidade, ação provocada principalmente pela irrigação com água de qualidade inferior e deficiência na drenagem natural do solo.

  8. Efeito da freqüência de rega e da umidade do solo sobre a germinação carpogênica de sclerotinia sclerotiorum Effect of watering frequency and soil moisture status on carpogenic germination of Sclerotina sclerotiorum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reginaldo Napoleão

    2007-03-01

    Full Text Available Os efeitos da freqüência de rega e da umidade do solo na germinação carpogênica de Sclerotinia sclerotiorum foram estudados em condições ambientais controladas. Solo e escleródios foram acondicionados em caixas tipo gerbox e umedecidos uma, duas, três e cinco vezes por semana até os níveis de 75 e 100% da saturação. O solo regado uma vez por semana até 75% da saturação não permitiu a germinação dos escleródios, enquanto o solo molhado até 100% da saturação permitiu a germinação de até 70% dos escleródios, assim como um grande número de apotécios. Regas mais freqüentes, nos dois níveis de umidade do solo, aumentaram a germinação de escleródios e a produção de apotécios. Tão importante quanto a umidade do solo foi o intervalo entre regas, pois regas mais freqüentes, mesmo com volumes menores de água, favoreceram a maior germinação carpogênica do patógeno.The effects of watering frequency and soil moisture status on the carpogenic germination of Sclerotinia sclerotiorum were studied under controlled environmental conditions. Soil and sclerotia were placed in gerbox and periodically watered up to 75 and 100% of saturation, one, two, three and five times a week. There was no sclerotium germination when the soil was watered up to 75% of saturation once a week. On the other hand, soils saturated frequently allowed higher percentage of sclerotia germination, until 70%, as well as higher numbers of apothecia. Independently of the soil water content, germination of sclerotia and production of apothecia increased with watering frequency. Important factors on the carpogenic germination of S. sclerotiorum were the soil moisture and the watering frequency. Frequent watering, even with low water volumes applied, also increased the carpogenic germination.

  9. Perdas de solo e água por erosão hídrica após mudança no tipo de uso da terra, em dois métodos de preparo do solo e dois tipos de adubação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Bagatini

    2011-06-01

    Full Text Available A mudança no tipo de uso da terra, se não devidamente planejada e conduzida, poderá resultar em solos com capacidade produtiva diminuída e com propensão à erosão aumentada, o que irá diminuir o rendimento das culturas e prejudicar a conservação do solo e da água. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar a erosão hídrica pluvial do solo em área originalmente de campo nativo, nos seus segundo e terceiro anos de cultivo com culturas anuais em fileira (respectivamente, feijão-miúdo - Vigna unguiculata - e sorgo - Sorghum bicolor, nos métodos de preparo do solo reduzido (escarificação e sem preparo (semeadura direta e nos tipos de adubação mineral (fertilizante NPK e orgânica (cama de aviário, além de uma condição sem adubação (tratamento testemunha. O estudo foi desenvolvido em campo, na EEA/UFRGS, em Eldorado do Sul (RS, nos verões de 2007/2008 e 2008/ 2009. Usou-se chuva simulada e um Argissolo Vermelho distrófico típico com textura franco-arenosa na camada superficial e declividade média de 0,13 m m- 1. Realizaram-se dois testes de erosão em cada ciclo cultural: o primeiro, logo após o preparo do solo e a semeadura das culturas; e o segundo, cerca de 90 dias mais tarde (estádio fenológico de enchimento de legumes, no caso do feijão-miúdo, e de maturação, no do sorgo. As chuvas foram aplicadas com o simulador de braços rotativos, na intensidade planejada de 64 mm h-1 e com duração de 1,5 h cada uma. Os resultados evidenciaram que a mudança no tipo de uso da terra, excluída a condição sem adubação, não ocasionou perdas relevantes de solo e água por erosão hídrica. A mobilização do solo pela escarificação, na maior parte dos casos, favoreceu a infiltração e a retenção superficial da água da chuva e, em decorrência, reduziu a enxurrada, ao mesmo tempo em que satisfatoriamente controlou a erosão. Por sua vez, a ausência de mobilização do solo na semeadura direta, também na maior parte

  10. Espectroscopia de infravermelho na determinação da textura do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Maris Ferraresi

    2012-12-01

    Full Text Available A aplicação de técnicas espectroscópicas que utilizam a radiação infravermelha (NIRS-Near Infrared Spectroscopy e DRIFTS-Diffuse Reflectance Fourier Transformed Spectroscopy na análise inorgânica do solo tem sido proposta desde a década de 1970, mas até os dias atuais são raros os métodos implementados rotineiramente no Brasil. Isso deve-se à dificuldade em construir modelos de calibração, por meio de métodos estatísticos multivariados, utilizando-se amostras reais de solo, de constituição complexa, que varia geograficamente e de acordo com o manejo. Por isso, os objetivos deste trabalho foram construir modelos de calibração em NIRS e DRIFTS para a quantificação das frações de argila e areia, em amostras de solos de classes diferentes - Latossolo Vermelho (predominante, Nitossolo, Argissolo Vermelho e Neossolo Quartzarênico - e avaliar qual dessas duas técnicas é mais adequada para essa finalidade, assim como a interferência do agrupamento de amostras e da seleção de variáveis espectrais na qualidade desses modelos. Para isso, valores de referência obtidos pelo método do densímetro, método largamente utilizado nos laboratórios de análise de solo, foram correlacionados com valores de absorbância em NIRS e DRIFTS pela ferramenta estatística PLS (Partial Least Squares, obtendo-se altos coeficientes de determinação (R², de 0,95, 0,90 e 0,91 para argila, silte e areia, respectivamente, na validação externa. Isso confirma a aplicabilidade das técnicas espectroscópicas na análise granulométrica do solo para fins agrícolas. O agrupamento das amostras segundo a localização e a seleção de variáveis espectrais pouco influenciou na qualidade dos modelos. A técnica espectroscópica mais indicada para essa finalidade foi a DRIFTS.

  11. Estudo do solo-cimento-autoadensável produzido com solos da região do Porto-PT. PARTE II: avaliação da resistência e desempenho mecânico por meio da medição da resistividade elétrica e velocidade de propagação de ondas de ultrassom.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antônio Morais Alcantara

    2014-09-01

    Full Text Available (D.O.I.: 10.5216/reec.V9i1.29946 RESUMO: O artigo apresenta um estudo do solo-cimento autoadensável, sobre utilização da medição das propriedades relativas à resistividade elétrica e da velocidade de propagação de ondas de ultrassom, como meios de se buscar subsídios para esclarecer o processo de estabilização, bem como de se encontrar um meio indireto para a estimativa do valor da resistência e do desempenho mecânico. Para tanto, foi realizado um experimento a partir da utilização de um solo residual da região do Porto-Pt, cimento Portland, água, e aditivo de atuação estérica e eletrostática. A proporção dos materiais foi adotada a partir do peso seco do solo, conforme teores que variaram de 20, 25, e 30% de cimento, 41, 44 e 47% para a água, e 0,66, 0,80 e 0,93% para a variação do teor do superplastificante. Os ensaios no realizados no estado fresco procuraram seguir os protocolos de avaliação utilizados para os casos de argamassas e de concretos autoadensáveis; e, no estado endurecido, foram realizados os ensaios de resistência à compressão simples, resistência à flexão, e a avaliação dos valores da resistividade elétrica e da velocidade da propagação de ondas ultrassom. Os resultados indicaram haver aproximação entre o solo-cimento-auto-adensável e os concretos e argamassas; bem como, a variação dos valores da resistividade elétrica e da velocidade de propagação de ondas de ultrassom se apresentaram coerentes com a idade de cura e com os valores de resistência mecânica alcançados. ABSTRACT: The article presents a study of the soil-cement self-compacting, on the feasibility of using the measurement of the properties on the electrical resistivity and the speed of propagation of ultrasound waves as a means of seeking information to clarify the stabilization process as well as to find an indirect means for estimating the value of resistance and mechanical performance. Therefore, an experiment

  12. EFEITOS DA OCUPAÇÃO DESORDENADA DO SOLO ÀS MARGENS DO CÓRREGO NEBLINA EM ARAGUAÍNA-TO

    OpenAIRE

    Brito, Amanda Martins

    2014-01-01

    Com o crescimento populacional e o acelerado processo de urbanização desordenado as ocupações do solo em áreas indevidas tem sido uma prática comum nas cidades brasileiras, gerando problemas tanto em nível ambiental quanto social. Este artigo tem como objetivo discutir e analisar os efeitos da ocupação desordenada do solo às margens do Córrego Neblina em Araguaína-TO. Verificou-se que a falta planejamento urbano e infraestrutura para atender a demanda populacional do município contribuem para...

  13. Cobertura do solo e degradação de pastagens em área de domínio de Chernossolos no sul da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. V. Costa

    2000-12-01

    Full Text Available O presente trabalho, realizado nos municípios de Itapé e Itaju do Colônia, os quais se encontram insertos na região econômica Litoral sul do estado da Bahia, teve por objetivo caracterizar um ambiente pastoril, dando ênfase a solos e sua cobertura natural, com a finalidade de mensurar e avaliar a degradação de pastagens. Essas áreas encontram-se em domínio de Chernossolos, em ambientes onde houve substituições de floresta nativa e cacau, cultivado em cabruca, por pastagens de capim Panicum maximum, cv. colonião e sempre-verde, cultivadas há vários anos em sistemas caracterizados como bem e mal manejados. Para isso, aplicou-se um método para análise da cobertura do solo, utilizando as unidades de amostragem de linhas e pontos em conjunto, monitorado pela caracterização química e física do solo. As amostras foram coletadas em trincheiras localizadas no topo, na meia-encosta e na baixada, em morros com conformações semelhantes. Verificou-se que a mudança de ambiente levou a alterações físicas e químicas do solo, tais como: diminuição nos valores de soma de bases, na capacidade de troca de cátions e, conseqüentemente, no grau de saturação por bases; diminuição nos teores de carbono orgânico total e aumento na densidade do solo e, em conseqüência, redução na quantidade total de poros, principalmente nas primeiras camadas do horizonte A, decorrente das exigências dos processos de conversão da floresta em pastagem. As amostragens realizadas por meio de linhas e pontos foram eficientes, uma vez que proporcionaram subsídios para a avaliação do nível de degradação, revelando que, ao longo dos anos, as pastagens mal conduzidas sofrem mudanças (sucessão de gramíneas, aumento na incidência de espécies espontâneas e de solo descoberto, dentre outras que comprometem a sustentabilidade das pastagens da região.

  14. EFEITOS DOS SISTEMAS DE MANEJO E DA CALAGEM NA ESTIMATIVA DAS FRAÇÕES POTENCIALMENTE MINERALIZÁVEIS DE NITROGÊNIO EM SOLOS DO SUDOESTE DE GOIÁS EFFECTS OF CROPPING SYSTEMS AND LIMING ON THE ESTIMATES OF THE POTENTIALLY MINERALIZABLE NITROGEN FRACTIONS ON SOILS IN SOUTHWESTERN GOIÁS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Huberto José Kliemann

    2007-09-01

    Full Text Available

    Conduziu-se um experimento de incubação aeróbica em laboratório para estimar o nitrogênio potencialmente mineralizável (No através de modelos matemáticos. Avaliaram-se os efeitos da calagem e do manejo de solos sob vegetação nativa, plantio convencional e plantio direto, na mineralização cumulativa do nitrogênio. Os parâmetros estimados de No variaram de 187 a 23 mg N kg-1 de solo, sendo que os valores mais altos foram encontrados nos latossolos sob vegetação natural, argilosos e com maiores teores de carbono e nitrogênio total. Valores menores de No foram encontrados no Neossolo. O modelo hiperbólico estima valores mais altos de No que os modelos exponencial simples e duplo, independentemente do manejo dos solos. Os valores de No estimados são proporcionais aos teores de carbono, nitrogênio total e argila dos solos; porém são menores em função da intensidade de uso dos solos: plantio convencional < plantio direto < vegetação nativa. Os modelos exponencial simples e exponencial duplo estimam potenciais de mineralização semelhantes. O modelo exponencial duplo estima que a fração de nitrogênio facilmente mineralizável representa menos de 2% do nitrogênio total dos solos. A calagem deprimiu a mineralização de nitrogênio em todos os solos sob plantio convencional; sob plantio direto, aumentou a mineralização de nitrogênio nos Latossolos, porém diminui no Neossolo.

    PALAVRAS-CHAVE: Carbono orgânico; nitrogênio; sistemas de cultivo; calagem; cerrados.

    An aerobic incubation laboratory trial was undertaken to assess the effects of cropping systems and liming of undisturbed soils and soils under conventional tillage and notillage on the cumulative nitrogen mineralization and on the potentially mineralizable nitrogen (No. The estimated No

  15. Riqueza da fauna de formigas (Hymenoptera: Formicidae que habita as camadas superficiais do solo em Seara, Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Rosa da Silva

    2004-01-01

    Full Text Available Apresentamos, pela primeira vez, dados sobre a riqueza que compõem as comunidades de formigas subterrâneas no Sul do Brasil, comparando os resultados com dados sobre a fauna de formigas de serapilheira na mesma região, a partir de um estudo realizado em 9 sítios de Seara, oeste do Estado de Santa Catarina, no domínio da Floresta Tropical Atlântica. Coletamos nas amostras de solo e serapilheira 113 espécies de formigas em 37 gêneros, sendo menos ricas as amostras de solo (71 espécies em 24 gêneros, enquanto que na serapilheira coletamos 81 espécies em 36 gêneros. Esses habitats compartilham 39 espécies. O índice de similaridade de Morisita-Horn indicou baixa sobreposição na composição de espécies entre a fauna de solo e serapilheira. Os valores de similaridade entre os sítios podem ser considerados médios. Uma análise de ordenação (NMDS indicou diferenças na estrutura de comunidades entre as faunas de solo e serapilheira e distribuição espacial agregada da fauna subterrânea. Nossos resultados indicam que existe uma forte complementariedade entre os dois segmentos de fauna. Concluímos que a fauna de formigas subterrâneas é um importante componente da riqueza de espécies de formigas que habita o solo e, que portanto protocolos para levantamentos quantitativos de formigas, devem incluir amostras de solo para uma melhor avaliação da sua diversidade em florestas tropicais.We present here, for the first time, data on species richness and abundance of subterranean ant assemblages in southern Brazil, based on a research on the subterranean ant fauna in 9 sites in Seara, West of Santa Catarina State, in the domain of Tropical Atlantic Forest, comparing our results with those of a leaf litter ant fauna survey conducted in the same region. We collected in both soil and litter samples 113 ant species belonging to 37 genera. Ants were much less species rich in soil samples (71 species in 24 genera, while in leaf litter we

  16. Topossequência de solos na ilha da trindade, atlântico sul Topossequence of soils on the trindade island in the brazilian south atlantic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane de Paula Clemente

    2009-10-01

    Full Text Available As ilhas oceânicas, como ambientes sui generis no planeta, têm despertado, cada vez mais, o interesse da comunidade científica em virtude de sua importância ambiental. Este trabalho teve por objetivo estudar os principais solos de ocorrência da Ilha da Trindade, enfatizando suas características químicas e físicas nos diferentes estratos ambientais de ocorrência. Buscou-se melhor entendimento das relações pedogeomorfológicas, permitindo um esboço preliminar da identificação dos solos ao longo da expressiva variação topográfica reinante na área de estudo. Ao longo de uma topossequência, foram coletados 10 perfis representativos dos diferentes pedoambientes, resultantes de variações litológicas, topográficas e de cobertura vegetal, muitas das quais covariantes. Foram realizadas análises físicas e químicas de todos os horizontes dos perfis coletados. A diversidade de solos na Ilha da Trindade pode ser relacionada com as variações do material de origem e da posição topográfica. De maneira geral, os solos apresentam peculiaridades que os tornam "endêmicos". A maioria possui alta fertilidade natural, grau de intemperismo pouco acentuado e valores muito elevados de P e Ca que parecem relacionados com atividade da avifauna. Na face sul da ilha, mais fria e úmida, vales estreitos e encostas íngremes abrigam vegetação mais exuberante de samambaias gigantes, com acúmulo em ambiente escarpado, de matéria orgânica fíbrica mesmo em declives acentuados, formando Organossolos em ambientes atípicos. Os solos de locais com altitude superior a 400 m são mais ácidos e pobres em nutrientes, mas com teor de P muito elevado em função de aportes da avifauna. Na face norte da ilha, em cotas mais baixas, predominam condições semiáridas ou tropicais secas, e os solos são mais rasos, ricos em nutrientes e muito mais erodidos, com predomínio de Neossolos Litólicos e Regolíticos. Há diversas particularidades nos solos da

  17. Uso de metodologia participativa na obtenção de indicadores da qualidade do solo em Mossoró-RN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Eduardo Vieira de Arruda

    2013-03-01

    Full Text Available A metodologia participativa possibilita ao produtor rural de baixa renda a obtenção rápida e de forma confiável dos indicadores de qualidade do solo, auxiliando manter a sustentabilidade do agroecossistema. O presente trabalho tem por objetivo geral analisar a qualidade de solos preservados e degradados em Mossoró-RN utilizando metodologia participativa de baixo custo e fácil execução. Para tal, foram analisadas áreas degradas e preservadas do Parque Zoobotânico e Assentamento Mulunguzinho em Mossoró-RN. Foram escavadas trincheiras de 0,50 m x 0,50 m x 0,50 m de forma a visualizar a profundidade do horizonte A do solo de áreas degradas e preservadas. Um grupo com seis avaliadores aplicou a metodologia participativa com os seguintes indicadores: estrutura, compactação, erosão, microrganismos, matéria orgânica, organismos, retenção de água, cobertura e profundidade do horizonte A. Os indicadores foram obtidos da média de três repetições nas áreas degradas e preservadas, sendo posteriormente expressos em tabelas e gráficos tipo “teia”. De acordo com os resultados obtidos conclui-se que a metodologia participativa para avaliação da qualidade do solo é uma ferramenta de baixo custo e fácil aplicação que possibilita o fortalecimento do conhecimento do produtor rural e permite a troca de conhecimentos entre pesquisadores e agricultores; nas áreas degradadas avaliadas tanto do Parque Zoobotânico quanto no Assentamento Mulunguzinho os indicadores que mais penalizaram a média geral dos indicadores foram compactação e estrutura, indicando a necessidade de incorporação de matéria orgânica para atingir os limites aceitáveis de sustentabilidade em agroecossistemas; e os indicadores das áreas preservadas foram sempre superiores aos das áreas degradadas em maior presença de matéria orgânica que propicia melhoria da estrutura, compactação, biologia (macro e microrganismos e retenção de água no solo. Normal

  18. Padrão espaço-temporal da umidade volumétrica do solo em uma bacia hidrográfica com predominância de latossolos

    OpenAIRE

    Ávila,Léo Fernandes; Mello,Carlos Rogério de; Mello,José Márcio de; Silva,Antônio Marciano da

    2011-01-01

    A umidade volumétrica do solo possui alta variabilidade espacial e temporal devido à influência de vários fatores ambientais e de uso do solo. Desse modo, seu entendimento assume papel fundamental na modelagem dos processos que envolvem o escoamento superficial, a erosão do solo e o transporte de sedimentos. Nesse contexto, objetivou-se neste estudo avaliar o padrão espacial e temporal da umidade volumétrica na camada superficial do solo, nas diferentes estações do ano, em uma bacia hidrográf...

  19. Comparação de soluções extratoras de ferro e manganês em solos da Amazônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigues Maria do Rosário Lobato

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi comparar soluções extratoras (Mehlich 1, Mehlich 3, DTPA-TEA de ferro e manganês em solos representativos da Região Amazônica. Foram determinadas as correlações desses micronutrientes nos solos com os teores e conteúdos na matéria seca da parte aérea de plantas de arroz de três cultivos sucessivos. Aplicou-se a técnica do diagnóstico por subtração, em delineamento em blocos casualizados com parcelas subdivididas. Foram utilizados os solos Podzol, Podzólico Amarelo, Podzólico Vermelho-Amarelo, Latossolo Amarelo, Latossolo Húmico e Aluvial, sob oito tratamentos: controle, completo e com omissão de um dos micronutrientes B, Cu, Fe, Mn, Mo e Zn. Osmicronutrientes e a calagem foram aplicados somente antes do primeiro cultivo. A primeira colheita foi realizada aos 58 dias, a segunda aos 68 e a terceira aos 70 dias após a emergência das plântulas. A solução extratora Mehlich 3 apresentou a maior correlação com o teor de micronutrientes na planta. O melhor coeficiente de determinação foi observado entre as soluções Mehlich 1 e Mehlich 3 quanto aos teores de Fe extraídos dos solos Podzol, Aluvial e Podzólico Vermelho-Amarelo. Com relação ao Mn trocável, os três extratores mostraram-se eficientes na determinação do elemento nos diferentes solos, apresentando coeficientes de determinação significativos entre si.

  20. Aplicação de escória de aciaria e calcário no solo e desenvolvimento do primeiro ciclo da grama bermuda

    OpenAIRE

    Oliveira, Mauricio Roberto de [UNESP

    2012-01-01

    O mercado brasileiro de grama cultivada tem expandido em decorrência a maior demanda em áreas paisagísticas e esportivas. Para maximizar a produção de grama, de maneira econômica, os tapetes devem ser produzidos com qualidade e em um tempo reduzido, sendo assim, a preparação do solo tem grande influência na produtividade dos gramados. Diante disso, tem se estudado diferentes corretivos da acidez do solo, e o mais novo é um subproduto da fabricação do aço, conhecido como escória de aciaria. Um...

  1. Diagnóstico e desenvolvimento inicial de mamoneira em solos de áreas degradadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivaldo Vital Santos

    2015-08-01

    Full Text Available A degradação do solo no semiárido também ocorre pelo desmatamento da Caatinga e pela remoção da camada superficial do solo, cujo destino é a indústria de cerâmica ou olarias. O presente trabalho objetivou avaliar o crescimento da mamoneira em solos degradados. Os tratamentos consistiram de solos degradados: subsolo degradado-1, subsolo degradado-2 e área desmatada; quatro doses de fósforo (0, 100, 200, 300 mgkg-1 P, com três repetições. As testemunhas absolutas, sem fósforo, corresponderam ao solo salinizado não corrigido, solo-1 não degradado, solo-2 não degradado e solo de caatinga não desmatada. O solo degradado por sais, o subsolo-2, recebeu correção com gesso agrícola, foi incubado e lavado. Os resultados demonstraram que a análise do subsolo degradado revelou alta salinidade e baixos teores de fósforo e matéria orgânica, o subsolo degradado salino exige correção com gesso para tornar possível o cultivo da mamona em caatinga desmatada e subsolos degradados. As doses de fósforo não promoveram desenvolvimento significativo em mudas de mamona.

  2. Mapeamento digital de classes de solos: características da abordagem brasileira Digital soil mapping: characteristics of the brazilian approach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre ten Caten

    2012-11-01

    Full Text Available O solo é cada vez mais reconhecido como tendo um importante papel nos ecossistemas, assim como para a produção de alimentos e regulação do clima global. Por esse motivo, a demanda por informações relevantes e atualizadas em solos é crescente. Pesquisadores em ciência do solo estão sendo demandados a gerar informações em diferentes resoluções espaciais e com qualidade associada dentro do que está sendo chamado de Mapeamento Digital de Solos (MDS. Devido ao crescente número de trabalhos relacionados ao MDS, faz-se necessário reunir e discutir as principais características dos estudos relacionados ao mapeamento digital de classes de solos no Brasil, o que irá possibilitar uma perspectiva mais ampla dos caminhos, além de nortear trabalhos e demandas futuras. O mapeamento de classes de solos empregando técnicas de MDS é recente no país, com a primeira publicação em 2006. Entre as funções preditivas utilizadas, predomina o emprego da técnica de regressões logísticas. O fator de formação relevo foi empregado na totalidade dos estudos revisados. Quanto à avaliação da qualidade dos modelos preditivos, o emprego da matriz de erros e do índice kappa têm sido os procedimentos mais usuais. A consolidação dessa abordagem automatizada como ferramenta auxiliar ao mapeamento convencional passa pelo treinamento dos jovens pedólogos para a utilização de tecnologias da geoinformação e de ferramentas quantitativas dos aspectos de variabilidade do solo.Soil is increasingly being recognized as having an important role in ecosystems, as well as for food production and global climate regulation. For this reason, the demand for relevant and updated soil information is increasing. Soil science researchers are being demanded to produce information in different spatial resolutions with associated quality in what is being called Digital Soil Mapping (DSM. Due to an increasing number of papers related to the DSM in Brazil, it is

  3. Efeito residual da escória de siderurgia como corretivo de acidez do solo na soqueira de cana-de-açúcar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Prado R. M.

    2003-01-01

    Full Text Available A escória de siderurgia, como material corretivo e efeito residual prolongado, pode beneficiar culturas de ciclo longo, a exemplo da cana-de-açúcar, minimizando a queda de produção ao longo do ciclo produtivo. Este trabalho objetivou avaliar diferentes níveis de saturação por bases, utilizando, como corretivo do solo, a escória de siderurgia, comparando-a com calcário calcítico, nas alterações de alguns atributos químicos do solo, bem como na resposta da soqueira da cana-de-açúcar. Para isto, realizou-se um experimento com a variedade SP 80-1842, durante o terceiro e o quarto corte, nos anos agrícolas 2000/01 e 2001/02. Os tratamentos, dispostos em blocos casualizados, em esquema fatorial com quatro repetições, constaram de duas fontes de corretivos, calcário calcítico e escória de siderurgia, e quatro níveis de correção, estimados pelo método da saturação por bases (V %: testemunha (sem correção e com correção para V % de 50; 75 e 100, tendo sido tais corretivos aplicados na época do plantio da cana-de-açúcar. O calcário calcítico e a escória de siderurgia promoveram efeito residual benéfico, após 48 meses da aplicação, na correção da acidez do solo e na elevação do valor da saturação por bases; a maior dose de calcário causou efeito depressivo no perfilhamento, no número de colmos industrializáveis e na produção da cana-de-açúcar, fato não observado com uso da escória de siderurgia; a aplicação da escória de siderurgia e do calcário, em pré-plantio, promoveu efeito residual positivo na produção da soqueira de cana-de-açúcar.

  4. Água disponível em um Latossolo Vermelho argiloso e murcha fisiológica de culturas Available water in a clayey Oxisol and physiological wilting of crops

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilson A. Klein

    2006-09-01

    Full Text Available Para a determinação do volume de água retido no solo e disponível às plantas, é imprescindível quantificar o teor de água do solo (TAS na capacidade de campo (CC e no ponto de murcha permanente (PMP. O objetivo deste trabalho foi comparar os valores do TAS na CC e no PMP determinados por distintos métodos. Utilizaram-se amostras de um Latossolo Vermelho. A CC foi obtida no campo com o método do perfil instantâneo e, no laboratório, com funis de placa porosa. O PMP foi determinado, em laboratório, como sendo o teor de água residual retida no potencial matricial de -1,5 MPa, em câmara de Richards e com medidor de potencial de ponto de orvalho WP4 PotentiaMeter. Para murcha das plantas, o TAS foi significativamente menor no método fisiológico que o determinado nas câmaras de Richards; entretanto, o teor de água do solo no PMP foi estatisticamente igual para a cultura do girassol e superior para o milho, quando comparado com aquele obtido pelo WP4. A água disponível diminuiu com o aumento na tensão para a estimativa da CC e com o método WP4, mas não diferiu do método fisiológico. Assim, o WP4 permitiu adequada estimativa do PMP e disponibilidade hídrica às plantas, em solo argiloso.To estimate available soil water to plants it is necessary to measure field capacity (FC and permanent wilting point (PWP. The objective of this study was to compare soil moisture at FC and PWP measured by different methods. The soil used was a tropical Oxisol (Haplorthox. The FC was measured under field conditions, using the internal drainage method and in laboratory using porous plate funnel. The PWP was quantified in laboratory as the soil moisture at -1.5 MPa matric potential measured by pressure plate apparatus (Richards chamber and by WP4 dewpoint Potentia Meter. The physiological PWP was measured using corn and sunflower plants, when they had three leaf pairs and showed irreversible wilting. The soil moisture for PWP based on the

  5. Efeitos da cobertura do solo com filme de polietileno azul no consumo de água da cultura da alface cultivada em estufa Effects of the soil covering with blue colored polyethylene film on lettuce crop consumptive water-use in a gree

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre O. Gonçalves

    2005-12-01

    Full Text Available A cobertura do solo é uma prática agrícola que visa, principalmente, a controlar as plantas invasoras, a diminuir as perdas de água por evaporação do solo e a facilitar a colheita e a comercialização, uma vez que o produto se torna mais limpo e sadio. Porém, ao se cobrir o solo, também são alterados parâmetros importantes do microclima e, conseqüentemente, a germinação das sementes, o crescimento das raízes, a absorção de água e nutrientes, a atividade metabólica das plantas e o armazenamento de carboidratos. O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito da cobertura do solo com filme de polietileno azul no consumo de água da cultura da alface (Lactuca sativa L.. O experimento foi instalado em uma estufa convencional, no município de Araras - SP, e conduzido durante o período de 22-3-2001 a 1º-5-2001. O consumo de água foi medido em dois lisímetros de pesagem instalados no interior da estufa. O espaçamento da cultura foi de 0,25 m x 0,25 m. Também foi avaliado o índice de área foliar (IAF em seis épocas distintas e determinada a eficiência do uso de água (EU ao final do ciclo da cultura. O delineamento estatístico foi o de blocos inteiramente casualizados, com dois tratamentos, "solo descoberto" e "solo coberto". O consumo médio de água foi de 4,17 mm dia-1 para o tratamento "solo descoberto" e de 3,11 mm dia-1 para o tratamento "solo coberto". O índice médio de área foliar não diferiu estatisticamente entre os tratamentos.The covering of the soil is an agricultural practice that intends to control the harmful herbs, to reduce the losses of water by evaporation of the soil, and to facilitate the harvest and the commercialization, once the product is cleaner and healthier. However, when the soil is covered important microclimatic parameters are also altered, and consequently the germination of seeds, the growth of roots, the absorption of water and nutrients, the metabolic activity of the plants and

  6. Mudanças na estrutura do solo avaliada com uso de tomografia computadorizada.

    OpenAIRE

    PIRES, L. F.; BACCHI, O. O. S.

    2010-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar, em escala milimétrica, a modificação da densidade e da porosidade de amostras deformadas de solo submetidas a ciclos de umedecimento e secamento (U-S), por meio da tomografia computadorizada de raios gama. Amostras com 98,1 cm³ foram preparadas procedendo ao peneiramento do solo em malha de 2 mm e acondicionamento de forma homogênea em tubos de PVC. As amostras de solo foram submetidas a um, dois e três ciclos de U-S. As amostras controle não foram subme...

  7. Avaliação da resistência do solo à penetração em diferentes solos com a variação do teor de água Evaluation of soil resistance to penetration in different soils with varying moisture contents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato L. de Assis

    2009-01-01

    Full Text Available Com os crescimentos da população e da demanda por alimentos, novas tecnologias têm surgido visando ao aumento da produtividade e à redução nos custos de produção. Se por um lado essas tecnologias elevam a produção e reduzem os custos, por outro o tráfego intenso de máquinas e tratores alteram a estrutura do solo, tornando-o compactado, comprometendo, assim, a produtividade agrícola. Neste trabalho, relacionou-se o teor de água do solo com a sua resistência à penetração, para quatro tipos de solo e quatro condições de umidade, utilizando penetrômetro hidráulico-eletrônico com sistema de navegação DGPS. Os resultados mostraram que ocorreram modificações nas condições de atrito entre o cone e o solo com o aumento do teor de água, facilitando a penetração da haste, tornando o solo mais plástico devido à ação lubrificante entre as suas partículas. Os maiores valores de resistência do solo à penetração foram detectados mais próximos do limite de contração do solo. Houve correlação negativa entre o índice de cone e o teor de água, sendo a função de melhor ajuste a linear decrescente para todos os solos, com altos coeficientes de determinação. Nas condições de solo mais úmido, os valores de resistência do solo à penetração podem ser considerados não impeditivos para o crescimento de raízes. O tipo de solo também se mostrou significativamente influente nos resultados de índice de cone.As human population and demand for food grow, new technologies have emerged to increase productivity and reduce production costs. If these technologies on the one hand have increased production and reduced costs, on the other hand the intense traffic of machinery and tractors have modified the soil structure, causing compaction and compromising agricultural productivity. In this study we relate soil moisture to soil resistance to penetration in four soil types under four moisture conditions, using a hydraulic

  8. Variáveis de acidez em função da mineralogia da fração argila do solo Soil acidity parameters as related to clay mineralogy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valentim da Silva

    2008-04-01

    Full Text Available A acidez do solo e variáveis associadas são muito importantes nos manejos dos solos, especialmente nas regiões tropicais e subtropicais. Com o objetivo de estudar algumas variáveis da acidez do solo e verificar a influência da mineralogia da fração argila sobre a relação entre pH em CaCl2 e grau de saturação por bases (V, amostraram-se os horizontes B e C de diferentes classes de solo no Estado do Paraná: Latossolo Bruno ácrico húmico (LBw-1, Latossolo Bruno distrófico húmico (LBw-2, Latossolo Vermelho distroférrico húmico (LVdf, Cambissolo Háplico alumínico típico (CXa e Cambissolo Húmico distroférrico típico (CHd. A fração argila foi estudada por difratometria de raios X, análise termodiferencial, análise termogravimétrica e análises químicas. As amostras de solo foram incubadas por 60 dias, após terem recebido doses crescentes de óxido de cálcio, para atingir valores preestabelecidos do grau de saturação por bases (natural, 25, 45, 60, 70, 125 e 150 %. Em seguida, determinaram-se os teores de cátions trocáveis e os valores de pH em H2O e solução de CaCl2 1 mol L-1. Os solos apresentaram o seguinte comportamento quanto à mineralogia da fração argila: mais esmectítico/vermiculítico - CXa; mais oxídico, principalmente óxidos de Fe - LVdf e óxidos de Al - LBw1; mais caulinítico, com menores teores de óxidos de Fe e Al - CHd e LBw2. Essa diversidade mineralógica foi determinante na relação pH em CaCl2 e grau de saturação por bases (V dos solos. As curvas que mostraram essa relação foram não lineares, o que significa poder tamponante diferenciado ao longo da faixa de pH em CaCl2 estudada; formato convexo dos solos mais oxídicos e côncavo dos solos cauliníticos e com argila 2:1. O formato convexo das curvas foi conseqüência da formação de cargas negativas e dissociação de H+ preferencialmente a valores elevados de pH em CaCl2 (acima de 5, devido à menor acidez (PCZ mais alto dos

  9. Influência da matéria orgânica na sorção e dessorção do glifosato em solos com diferentes atributos mineralógicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. Prata

    2000-12-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou estudar a influência da matéria orgânica na sorção e dessorção do glifosato em três solos com diferentes atributos mineralógicos. Os ensaios foram realizados no Laboratório de Ecotoxicologia do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA/USP, em Piracicaba (SP. Os solos foram classificados como: Nitossolo Vermelho Eutroférrico (NVef, Latossolo Amarelo Ácrico (LAw e Gleissolo (G. Para avaliar a influência da matéria orgânica na sorção do glifosato, os solos foram oxidados com H2O2 (30%. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com arranjo fatorial 3 x 2. No estudo da sorção, foram utilizadas cinco concentrações do herbicida: 0,42; 0,84; 1,68; 3,36 e 6,72 mg L-1, com radioatividade de 0,233 kBq mL-1. Os estudos de dessorção foram realizados na concentração de 0,84 mg L-1. Os resultados mostraram que o glifosato foi extremamente sorvido aos solos, independentemente da presença da matéria orgânica. A sorção do glifosato relacionou-se principalmente com a fração mineral dos solos, isto é, com os óxidos de Fe e Al, tendo a fração orgânica desempenhado papel secundário. Não houve dessorção do glifosato, ficando a maior parte como resíduo ligado.

  10. Potencial de uso do modelo century e sig para avaliar o impacto da agricultura sobre estoques regionais de carbono orgânico do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisandra Solange Oliveira Bortolon

    2012-06-01

    Full Text Available O uso e as mudanças no uso e manejo dos solos figuram entre os principais fatores determinantes dos estoques de carbono orgânico do solo (COS. A modelagem dinâmica espacialmente explícita é uma técnica que vem sendo usada com sucesso em avaliações das alterações nos estoques regionais de COS. Assim, este trabalho objetivou utilizar o modelo Century associado a técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto para avaliar os efeitos das alterações do uso agrícola e manejo do solo na dinâmica do carbono orgânico do solo (COS em propriedades rurais do Distrito Santana, Ijuí - RS. Para isso, foi criada uma base de dados geoespaciais em ambiente ArcGis9.x com os planos temáticos: solos, elementos da paisagem e início do uso agrícola. Após reconstituídos os cenários históricos de manejo, o modelo Century 4.0 foi inicializado com dados edafoclimáticos locais, calibrado em duas etapas e validado, obedecendo-se à seguinte ordem: calibração principal - validação - calibração para generalizações. Na calibração principal, foram ajustados parâmetros internos do modelo, valendo-se da adição de carbono (C pelo milho, trigo e soja e dos estoques de COS medidos em 2007 na camada de 0 a 20 cm da mata nativa e de uma lavoura adjacente, cuja conversão ocorreu entre 1901 e 1930 (lavoura mais antiga, localizada na área 1, sob Latossolo de topo. Em seguida, o Century, assim ajustado, foi estatisticamente validado com base em dados observados em 10 lavouras iniciadas em diferentes épocas, sob a mesma classe de solo e posição na paisagem, amostradas em 2007 na camada de 0 a 20 cm e distribuídas em quatro áreas homogêneas (áreas 1, 2, 3 e 4 dentro do Distrito Santana. Na calibração para generalizações, foram criadas quatro opções de "floresta subtropical" para representar a mata nativa de cada classe de solo em estudo (Latossolo, Chernossolo, Neossolo Regolítico e Neossolo Flúvico, a partir da opção de floresta

  11. Caracterização e classificação de solos tiomórficos da várzea do rio Coruripe, no estado de Alagoas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    V. S. Souza Júnior

    2001-12-01

    Full Text Available Com objetivo de caracterizar e classificar solos com problemas de tiomorfismo na várzea do rio Coruripe, Zona Úmida Costeira do estado de Alagoas, foram selecionados seis perfis na área pertencente à Usina Coruripe, onde está instalado um sistema de drenagem. Os solos foram morfologicamente caracterizados e, nas amostras de cada horizonte, foram determinados: granulometria, densidade global e das partículas, porosidade total, pH (H2O e KCl, matéria orgânica, bases trocáveis e CTC, sulfato solúvel e condutividade elétrica. As diferenças entre os perfis estudados foram determinadas principalmente pela espessura, teor de carbono orgânico e grau de decomposição do material orgânico dos horizontes superficiais e refletem o arranjamento dos solos na paisagem. Os solos apresentaram altos teores de matéria orgânica, com valores entre 17 a 77% da massa do solo, que determinaram as propriedades físicas, a despeito da textura muito argilosa dos perfis. Os horizontes sulfúricos ocorreram à profundidade entre 45 e 90 cm, nos Gleissolos, e entre 15 e 43 cm, nos Organossolos. A capacidade de troca de cátions é muito alta em todos os perfis em virtude dos altos teores de matéria orgânica. Hidrogênio e alumínio são os cátions dominantes, conferindo o caráter distrófico aos perfis 2, 3 e 6 e álico aos perfis 1, 4 e 5. A condutividade elétrica apresentou valores elevados (≥ 4,0 dS m-1 em apenas alguns dos horizontes sulfúricos, em virtude da presença do hidrogênio em solução, liberado com a oxidação da pirita e formação de ácido sulfúrico. Com base nos resultados obtidos, os solos estudados foram classificados como: Gleissolo Tiomórfico Hístico típico álico; Gleissolo Tiomórfico Húmico típico distrófico; Organossolo Tiomórfico Sáprico térrico distrófico; Organossolo Tiomórfico Sáprico térrico álico; Organossolo Tiomórfico Hêmico térrico álico; Organossolo Tiomórfico Hêmico térrico distrófico. Os

  12. DISCUSSÕES SOBRE O CONCEITO DE ESCALA E OS MAPEAMENTOS DE SOLOS NO BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joildes Brasil dos Santos

    2012-11-01

    Full Text Available Os primeiros levantamentos de solos do Brasil datam da década de 50 até meados dos anos 80, graças às expedições lideradas projeto RadamBrasil o que cominou na carta de solos do Brasil. Posteriormente, estudos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE incrementaram novas informações a esse mapeamento, e mais recentemente classificaram os solos nacionais segundo o Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS, 2009, na escala de 1:5.000.000. Haja vista as dimensões continentais do Brasil, essas representações, em pequenas escalas da distribuição dos solos, engendram num problema de generalização excessiva, que não contempla a realidade local. Neste sentido, este artigo terá como objetivo discutir questões referentes à escala e suas ambíguas conceituações, no tocante a abordagem escalar na Ciência Geográfica. Relacionado a isso, perscrutar a certa dos mapeamentos de solos atuais do Brasil, e como estes, a depender da escala, se apresentam de formas distintas.

  13. Resíduos de plantas de cobertura e mobilidade dos produtos da dissolução do calcário aplicado na superfície do solo Cover plant residues and mobility of dissolution products of surface applied lime

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. S. Amaral

    2004-02-01

    Full Text Available As plantas de cobertura têm recebido atenção adicional em função da liberação de ácidos orgânicos de baixo peso molecular capazes de formar complexos orgânicos com alumínio, cálcio e magnésio. Dessa forma, além de neutralizarem o alumínio tóxico, esses ácidos podem aumentar a mobilidade, no perfil do solo, dos produtos originados da dissolução do calcário aplicado na superfície. Os objetivos deste trabalho foram (a identificar os ácidos orgânicos de baixo peso molecular presentes nos resíduos de plantas de cobertura e na solução do solo; (b avaliar o efeito desses resíduos, juntamente com a aplicação superficial de calcário, na correção da acidez das camadas subsuperficiais do solo no sistema plantio direto, e (c verificar a relação dos ácidos orgânicos de baixo peso molecular, liberados na decomposição de resíduos vegetais, com os efeitos, na profundidade do solo, da aplicação superficial de calcário. O experimento foi realizado em casa de vegetação em colunas de PVC com amostras indeformadas de um Cambissolo Húmico Alumínico Léptico argiloso há cinco anos no sistema plantio direto. Os tratamentos constaram da aplicação de resíduos (10 Mg ha-1 de aveia preta (1, ervilhaca (2 e nabo forrageiro (3, calcário (13 Mg ha-1 (4, calcário mais resíduo de aveia preta (5, de ervilhaca (6 e de nabo forrageiro (7 calcário mais ácido cítrico (0,91 Mg ha-1 (8 e uma testemunha (9, dispostos em blocos ao acaso. O uso da cromatografia líquida permitiu identificar os ácidos orgânicos de baixo peso molecular nos resíduos vegetais utilizados. Na aveia preta, houve predomínio do ácido transaconítico, na ervilhaca predominou o ácido málico e no nabo forrageiro os ácidos cítrico e málico. Não foi possível detectar nenhum tipo de ácido orgânico de baixo peso molecular tanto na solução percolada como na solução do solo. Os resíduos vegetais não tiveram efeito na correção da acidez do solo

  14. Valores de referência local e avaliação da contaminação por zinco em solos adjacentes a áreas mineradas no município de Vazante-MG

    OpenAIRE

    Borges Júnior,Meubles; Mello,Jaime Wilson Vargas de; Schaefer,Carlos Ernesto G. R.; Dussin,Tânia Mara; Abrahão,Walter Antônio Pereira

    2008-01-01

    A contaminação dos solos por metais pesados é um problema atual que requer abordagem adequada, tendo em vista as necessidades da sociedade moderna. Em áreas de mineração, a avaliação da contaminação de solos constitui ferramenta importante para o gerenciamento de áreas degradadas. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de estabelecer valores de referência local (VRL) para Zn em solos adjacentes a áreas mineradas no município de Vazante-MG, tendo em vista avaliar a contaminação ambienta...

  15. Uso da terra e perda de solo na Bacia Hidrográfica do Rio Colônia, Bahia

    OpenAIRE

    Silva,Vinícius de A.; Moreau,Mauricio S.; Moreau,Ana M. S. dos S.; Rego,Neylor A. C.

    2011-01-01

    Mudanças no uso da terra muitas vezes potencializam a erosão hídrica acarretando perda de água, solo, nutriente e matéria orgânica dos sistemas agrícolas, razão por que se estimou a perda de solo na bacia hidrográfica do rio Colônia, na Bahia, nos últimos vinte e sete anos, utilizando-se o software SWAT (Soil and Water Assessment Tool). Para tal, procedeu-se à digitalização de mapas temáticos, interpretação de fotografias aéreas de 1975; classificação supervisionada de imagens de satélites de...

  16. Alteração nas características físicas do solo decorrentes da aplicação de esgoto doméstico tratado - 10.4025/actascitechnol.v32i4.5349

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Alberto Alves de Souza

    2010-12-01

    Full Text Available Neste trabalho, teve-se como objetivo estudar a alteração nas características físicas do solo decorrentes da aplicação de esgoto doméstico tratado. O experimento foi montado no delineamento em blocos casualizados (DBC com três repetições. O solo da área experimental é Cambissolo; o relevo é acidentado; o clima é Cwb com verões chuvosos e invernos frios e secos; as aplicações da água doce e do esgoto doméstico tratado foram feitas via sistema de irrigação por gotejamento. Os seguintes tratamentos foram usados: T - solo sem irrigação; MC - solo com aplicação de água doce e MR - solo com aplicação de esgoto doméstico tratado. Amostras de solo foram coletadas nas camadas de 0 a 0,20; 0,20 a 0,40 e 0,40 a 0,60 m para análises físicas (massa específica do solo, microporosidade, macroporosidade, capacidade de campo, ponto de murcha permanente e condutividade hidráulica. Os resultados comprovaram que MC e MR aumentaram a massa específica, a microporosidade e a capacidade de campo e que diminuíram a macroporosidade e a condutividade hidráulica do solo em relação à T.

  17. Agroecossistemas de produção familiar da Amazônia e seus impactos nos atributos do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Idelfonso C. de Freitas

    2013-12-01

    Full Text Available A ausência de restrições climáticas para a produção biológica é a principal característica do bioma Amazônia, o que não se traduz em elevadas produtividades por sucessivos anos de cultivos quando a floresta é substituída por agroecossistemas. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do manejo do solo nos atributos químicos e físicos do solo pela agricultura familiar, conduzida de forma primitiva. As maneiras de uso avaliadas foram: sistema agroflorestal, pastagem cultivada, roça de toco e mata preservada (usada como referência, todas em Neossolo Quartzarênico. Monólitos de terra foram coletados nas camadas de 0-5, 5-10, 10-20 e 20-40 cm em dois anos agrícolas consecutivos (2010/2011 e 2011/2012 nos meses de julho e janeiro coletando-se sete repetições por sistema. Os atributos do solo avaliados foram: grau de floculação, agregados maior que 2 mm, matéria orgânica, acidez, bases trocáveis, teores de fósforo, saturação por bases, alumínio e capacidade de troca de cátions. Os resultados apontam que 22 anos após a conversão da floresta em agroecossistemas ainda é possível verificar melhores indicadores nos sistemas manejados.

  18. Desenvolvimento de um modelo fractal para a estimativa da condutividade hidráulica de solos não saturados A fractal model to estimate the unsaturated hydraulic conductivity of soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Fuentes

    2005-02-01

    Full Text Available Baseado nos conceitos da geometria fractal e nas leis de Laplace e de Poiseuille, foi criado um modelo geral para estimar a condutividade hidráulica de solos não saturados, utilizando a curva de retenção da água no solo, conforme representada por um modelo em potência. Considerando o fato de que este novo modelo da condutividade hidráulica introduz um parâmetro de interpolação ainda desconhecido, e que, por sua vez, depende das propriedades dos solos, a validação do modelo foi realizada, utilizando dois valores-limite fisicamente representativos. Para a aplicação do modelo, os parâmetros de forma da curva de retenção da água no solo foram escolhidos de maneira a se obter o modelo de van Genuchten. Com a finalidade de obter fórmulas algébricas da condutividade hidráulica, foram impostas relações entre seus parâmetros de forma. A comparação dos resultados obtidos com o modelo da condutividade e a curva experimental da condutividade dos dois solos, Latossolo Vermelho-Amarelo e Argissolo Amarelo, permitiu concluir que o modelo proposto é simples em sua utilização e é capaz de predizer satisfatoriamente a condutividade hidráulica dos solos não saturados.From a conceptual model based on fractal geometry and Laplace's and Poiseuille's laws, a versatile and general fractal model for the hydraulic conductivity to be used in the soils was developed. The soil-moisture retention curve is derived from a power model. Due to the fact that the proposed model of hydraulic conductivity introduces a still unknown interpolation parameter, which in turn is a function of soil properties, its limiting values were considered for the analysis. To apply the model in the soil, the form parameters of the soil-moisture retention curve were chosen so as to reproduce van Genuchten's equation. In order to obtain a closed-form equation for the hydraulic conductivity, relationships between the form parameters were imposed. The comparison between

  19. Amostragem para avaliação da fertilidade do solo em função do instrumento de coleta das amostras e de tipos de preparo do solo Sampling for soil fertility evaluation as influenced by sampling tool and soil tillage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Henrique Tavares de Oliveira

    2007-10-01

    Full Text Available As medidas da média e da variabilidade dos índices de fertilidade do solo podem variar com o instrumento de coleta das amostras e com o tipo de preparo do solo. Assim, é necessário o desenvolvimento de métodos de amostragem de solo que melhor representem as reais condições de fertilidade do solo. Este trabalho teve como objetivos avaliar os efeitos da pá de corte e do trado de caneca nas medidas da média e da variabilidade de índices de fertilidade do solo sob plantio direto (PD e preparo convencional (PC, estimar o número de amostras simples para formar uma composta e testar a hipótese de que a média aritmética das amostras simples é igual ao resultado da análise química da amostra composta. Foram coletadas amostras de um Luvissolo Crômico Pálico abrúptico em um experimento de comparação de tipos de preparo do solo, semeado com monocultura de milho. Coletaram-se 48 amostras simples de solo em uma parcela de 81 m² sob PD, sendo 24 com pá de corte (perpendicularmente aos sulcos e no espaço compreendido entre os pontos médios entre sulcos e 24 com trado de caneca, em amostragem localizada (quatro amostras coletadas no sulco de plantio, oito a 10 cm do sulco e 12 no ponto médio entre os sulcos, próximas aos locais das amostras coletadas com pá de corte. Em outra parcela sob PC adotou-se o mesmo procedimento. A partir dessas amostras simples, foram preparadas, para cada combinação entre tipos de preparo do solo e instrumentos de coleta, amostras compostas de diferentes números de amostras simples (4, 8, 12, 16 e 24 amostras simples/amostra composta, com três repetições. Em todas as amostras simples e compostas, determinaram-se o pH e os teores de P, K+, Ca2+, Mg2+ e matéria orgânica. As características avaliadas em amostras coletadas com trado de caneca apresentaram maior variabilidade do que quando foram avaliadas em amostras coletadas com pá de corte, independentemente do tipo de preparo do solo. Nos dois

  20. Oxidação do enxofre elementar em solos tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Horowitz Nelson

    2006-01-01

    Full Text Available O uso de fertilizantes que contêm baixos teores de enxofre (S, em solos com baixos teores de matéria orgânica, pode resultar em limitação desse nutriente para as culturas. O uso do S-elementar como fertilizante, isoladamente ou associado a fórmulas comerciais, pode reduzir os custos de adubação em solos deficientes de S. Os objetivos deste estudo foram: a verificar se, em dois solos tropicais, ocorre oxidação de S-elementar; b avaliar se o período de incubação de seis dias sugerido por Janzen & Bettany (1987a é adequado para estimar a oxidação do S-elementar e c medir o efeito da oxidação do S-elementar sobre o pH do solo. Para isso, foi realizado um experimento com amostras de um ARGISSOLO VERMELHO AMARELO eutrófico abruptíco e de um LATOSSOLO VERMELHO DISTRÓFICO típico. As amostras dos dois solos foram incubadas com seis doses de enxofre (0, 1,5, 3,0, 6,0 9,0 e 12g de So kg-1 de solo por períodos entre 0 e 70 dias. A incubação foi feita em estufa, a uma temperatura de 27o + 1o C. Ambos os solos tiveram capacidade para oxidar o S-elementar para S-sulfato, forma disponível à planta. No argissolo, o teor de S-sulfato resultante da oxidação do S-elementar foi 563mg dm-3 de solo, enquanto que, no latossolo, foi de 207mg dm-3 de solo, indicando capacidade diferenciada de ambos para oxidar o S-elementar. Em ambos os solos houve diminuição do pH, sendo mais acentuada para o argissolo. O período de incubação para avaliação da oxidação do S-elementar de seis dias sugerido por Janzen & Bettany (1987a parece ser insuficiente.

  1. AVALIAÇÃO DA PERDA DE SOLO POR EROSÃO HÍDRICA NO CONCELHO DE TAROUCA (PORTUGAL E SUA INFLUÊNCIA NA MORFOGÉNESE ATUAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Miguel Meneses

    2014-12-01

    Full Text Available A determinação de áreas suscetíveis à erosão hídrica é fundamental na tomada de decisões que envolvam atividades relacionadas com o uso do solo, nomeadamente atividades agrícolas. Sendo o Concelho de Tarouca (área de estudo uma área com elevada dependência agrícola é fundamental a preservação do solo, evidenciando-se aqui, o reconhecimento das áreas mais suscetíveis à erosão hídrica. Neste sentido, estimou-se a perda de solo nesta área pela Equação Universal de Perda de Solo (EUPS e avaliou-se o impacto destas perdas na morfogénese atual. Os resultados aqui obtidos permitiram aferir as áreas mais suscetíveis à erosão hídrica, destacando-se a influência de vários fatores, como o relevo, precipitação, o seu coberto e práticas desenvolvidas, na variação da distribuição da erosão hídrica.

  2. Liming influence on soil chemical properties, nutritional status and yield of alfalfa grown in acid soil Influência da calagem nas propriedades químicas do solo, estado nutricional e produção da alfafa em um solo ácido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adônis Moreira

    2010-08-01

    Full Text Available Alfalfa is an important forage crop with high nutritive value, although highly susceptible to soil acidity. Liming is one of the most efficient and prevailing practices to correct soil acidity and improve alfalfa yield. The objective of this study was to evaluate response to liming of alfalfa grown in a greenhouse on a Typic Quartzipsamment soil. The treatments consisted of four lime rates (0, 3.8, 6.6 and 10.3 Mg ha-1 and two cuts. Alfalfa dry matter increased quadratically with increasing lime rates. In general, dry matter yield was maximized by a lime rate of 8.0 Mg ha-1. Except for the control, the dry matter nutrient contents in the treatments were adequate. The positive linear correlation between root and nodule dry matter with lime rates indicated improvement of these plant traits with decreasing soil acidity. The soil acidity indices pH, base saturation, Ca2+ concentration, Mg2+ concentration, and H + Al were relevant factors in the assessment of alfalfa yield. The magnitude of influence of these soil acidity indices on yield as determined by the coefficient of determination (R² varied and decreased in the order: base saturation, H + Al, pH, Ca and Mg concentrations. Optimum values of selected soil chemical properties were defined for maximum shoot dry matter; these values can serve as a guideline for alfalfa liming to improve the yield of this forage on acid soils.A alfafa é uma importante forrageira com alto valor nutritivo, porém é altamente suscetível à acidez do solo. A calagem é uma das mais eficientes práticas para corrigir esse problema e melhorar a produtividade da alfafa. O objetivo deste trabalho foi avaliar a resposta à calagem da alfafa cultivada em Neossolo Quartzarênico em casa de vegetação. Os tratamentos consistiram de quatro doses de calcário (0; 3,8; 6,6 e 10,3 Mg ha-1 e duas épocas de corte. A produção de matéria seca foi significativamente aumentada com a adição de calcário, com o m

  3. Coberturas vegetais, manejo do solo, doses de nitrogênio e seus efeitos na nutrição mineral e nos atributos agronômicos do milho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudinei Kappes

    2013-10-01

    Full Text Available Pesquisas são desenvolvidas buscando identificar a melhor dose de N para o milho nos mais diferenciados sistemas de manejo do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de coberturas vegetais, os sistemas de manejo do solo e as doses de N em cobertura sobre a produção de matéria seca, nutrição mineral, quebramento e altura de planta e inserção de espiga do milho. Os experimentos foram conduzidos no município de Selvíria, MS, durante os anos agrícolas 2009/2010 e 2010/2011, em Latossolo Vermelho distrófico típico argiloso (20º 20' S e 51º 24' W, com altitude de 340 m. Foram estabelecidos 36 tratamentos com quatro repetições, em blocos casualizados, resultantes da combinação entre coberturas vegetais (milheto, Crotalaria juncea e milheto + Crotalaria juncea, manejo do solo (preparo com escarificador + grade "leve", grade "pesada" + grade "leve" e sistema plantio direto e doses de N em cobertura (0, 60, 90 e 120 kg ha-1 - utilizando-se ureia como fonte. O híbrido de milho utilizado foi o DKB 350 YG® e o N, aplicado no estádio V5 (quinta folha expandida. O cultivo de crotalária e de milheto + crotalária, como antecessoras, resultou em maior massa de matéria seca da parte aérea, teor de P foliar e quantidade de N, P e K acumulada. O sistema plantio direto proporcionou maior população inicial e final de plantas e matéria seca de parte aérea e menor altura de planta e de espiga. A aplicação de 120 kg ha-1 de N em cobertura proporcionou maior teor de P foliar, teores de N e de P na planta inteira, matéria seca de parte aérea, quantidade de N, P e K acumulada, altura de planta e de inserção de espiga do milho.

  4. Estrutura da comunidade de artrópodes de solo em diferentes fitofisionomias da Reserva Particular do Patrimônio Natural – Sesc Pantanal, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jessica Rhaiza Mudrek

    2014-04-01

    Full Text Available As teias alimentares presentes na serrapilheira são de extrema importância para que haja a ciclagem dos nutrientes presentes no solo. A fauna de artrópodes de solo vem sendo estudada no Pantanal matogrossense para que ocorra identificação dos grupos, bem como sua riqueza e distribuição. O objetivo deste trabalho foi analisar a comunidade de artrópodes em duas fitofisionomias do Pantanal, além de verificar a relação da abundância e/ou riqueza da fauna com a altura da serrapilheira. O estudo foi realizado em Abril de 2012, na RPPN Sesc Pantanal, no município de Poconé, Mato Grosso, Brasil. Foram instaladas dez armadilhas de queda (pitfalls dentro de duas parcelas de 50x50 m, com fitofisionomias distintas, Cerrado sensu stricto e Floresta semidecidual. A serrapilheira foi mensurada por meio de fita métrica (raio de 30cm. O material foi encaminhado ao laboratório de zoologia, triados e identificados. Para realização da análise de variância e correlação dos artrópodes com serrapilheira foi utilizado o programa Systat 10. Houve diferença significativa na riqueza entre as duas fitofisionomias, por sua vez para a abundância não foi significativa. Não houve correlação entre a altura de serrapilheira e a riqueza/abundância de artrópodes. As ordens mais abundantes corroboram com outros trabalhados, porém seriam necessárias amostragens mais longas para uma lista mais completa das ordens identificadas.

  5. Análise de crescimento e anatomia foliar da planta medicinal Ageratum conyzoides L. (Asteraceae cultivada em diferentes substratos Growth analysis and leaf anatomy of the medicinal plant Ageratum conyzoides L. (Asteraceae grown on different substrates

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.A Millani

    2010-06-01

    Full Text Available Ageratum conyzoides L. (Asteraceae é uma espécie herbácea que ocorre em áreas de cerrado e, por se tratar de planta medicinal, é cultivada em escala familiar. O objetivo deste trabalho foi estudar possíveis alterações no desenvolvimento das plantas quando cultivadas em solos com texturas diferentes (solo de cerrado, franco arenoso ou solo de terra roxa, muito argiloso. Foram analisados aos 40, 70 e 90 dias, o comprimento do caule e da raiz, massa seca da parte aérea (caule e folhas e das raízes, número de folhas e área foliar; além de parâmetros anatômicos foliares, como a densidade de tricomas. Os resultados mostraram que os comprimentos do caule e da raiz aumentaram no decorrer do experimento, independentemente do substrato (com exceção do comprimento da raiz de plantas cultivadas em solo de terra roxa. Porém, o comprimento do caule foi sempre maior nas plantas cultivadas em solo de cerrado, enquanto o comprimento da raiz foi significativamente maior somente aos 90 dias de cultivo neste solo. As biomassas secas da raiz e do caule também foram maiores nas plantas cultivadas em solo de cerrado por 70 e 90 dias, respectivamente. A massa seca foliar foi maior nas plantas cultivadas em solo de cerrado a partir dos 70 dias de experimento. Esse aumento foi devido ao maior número de folhas produzidas e a maior área foliar dessas plantas. No geral, a anatomia foliar não diferiu, porém o número de tricomas glandulares foi maior nas plantas cultivadas em solo de cerrado. Os resultados indicaram que esta espécie tem melhor desenvolvimento quando cultivada em solo mais arenoso.Ageratum conyzoides L. (Asteraceae is a herbaceous species found in cerrado areas and grown in family scale since it is a medicinal plant. The aim of this work was to study possible alterations in the plant development when grown in soils presenting different textures (a sandy-loam cerrado soil, or a very clayish red earth soil. At 40, 70 and 90 days, stem

  6. Dinâmica da umidade de um solo da Caatinga em função de sua condutividade térmica Soil moisture dynamics of a soil in 'Caatinga' as a function of the thermal conductivity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alain M. B. P. de Silans

    2011-09-01

    Full Text Available A elaboração de modelos SVATs (Soil Vegetation Atmosphere Transfer - Transporte no sistema solo-vegetação-atmosfera apropriados, é de grande importância para a compreensão dos mecanismos de transferência de fluxos à superfície, com aplicações na modelagem da circulação atmosférica, na modelagem hidrológica e na modelagem ecodinâmica da vegetação. Neste trabalho se utiliza um modelo SVAT desenvolvido especificamente na região do Cariri, estado da Paraíba, para analisar o efeito dos gradientes de temperatura na camada superficial do solo sobre a dinâmica da umidade volumétrica e se mostra como a baixa difusividade térmica obsevada no solo do experimento provoca altos gradientes de temperatura que freiam, durante o dia, o processo de evaporação, resultando no seu controle e como, apesar de relativamente baixa, a taxa de evaporação do solo desnudo é sensivel à variabilidade espacial observada em campo, da condutividade térmica. Os resultados obtidos recomendam maior atenção quanto à parametrização das propriedades termodinâmicas do solo no desenvolvimento de modelos SVATs, principalmente em regiões semi-áridas.The elaboration of appropriate SVATs (Soil Vegetation Atmosphere Transfer models is of great importance for the understanding of the mechanisms of the surface flows transfer, with applications to the atmospheric circulation, hydrological and ecological modeling. In this paper, a SVAT model developed for the Cariri region, Paraíba state, is used to analyze the effect of the high temperature gradients observed in the upper soil layer on the soil moisture dynamics and it is shown how the low thermal diffusivity of the soil of the experiment causes these high temperature gradients which break down the evaporation rate during day time. The sensitivity of the soil evaporation rates to the spatial variability of the heat conductivity at the experimental site is also shown. One concludes that mainly in semi

  7. Durabilidade de tijolos solo-cal incorporados com resíduos de demolição da construção civil Durability of soil-lime bricks embedded with demolition construction residues

    OpenAIRE

    Suélen Silva Figueiredo; Cibelle Guimarães Silva; Gelmires A. Neves

    2011-01-01

    A incorporação dos resíduos de demolição da construção civil (RD) em tijolos solo-cal, substituindo parte do aglomerante, torna-se possível devido às propriedades cimentantes que esses resíduos podem apresentar quando finamente moídos. Essa pesquisa objetiva avaliar a durabilidade de tijolos solo-cal incorporados com resíduos de demolição da construção civil. Para o desenvolvimento dessa pesquisa foram confeccionados corpos-de-prova utilizando o traço 1:10 em massa, em proporção de cal:solo e...

  8. Measurement of soil aggregate stability using low intensity ultrasonic vibration Medición de la estabilidad de agregados de suelo utilizando vibración ultrasónica de baja intensidad Medição da estabilidade dos agregados do solo por vibração ultrasónica de baixa intensidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Herwig Mayer

    2011-11-01

    ía aplicada por el equipo de ultrasonidos para el análisis de variaciones en la estabilidad de los agregados del suelo con respecto a diferentes tratamientos de laboreo. La combinación de los métodos de análisis de estabilidad de agregados, por tamizado en condiciones de humedad (SAS y por dispersión ultrasónica a niveles bajos de energía, permite un análisis más preciso de la estabilidad de los agregados del suelo.

    Determinou-se a influência da lavoura na estabilidade dos agregados do solo (soil aggregate stability –SAS com recurso à dispersão ultrasónica. Os ensaios realizados foram executados com um equipamento de dispersão electrónica desenvolvido na nossa Universidade. Este equipamento permite a aplicação amplitudes de baixa intensidade, de 0,5 µm, 2 µm e 5 µm. A potência ultrasónica determinada por um método de balanço de energia foi de 0,7 W, 8,9 W e 22,3 W para cada amplitude ensaiada. Colheram-se amostras de agregados de 2 000 a 250 µm, num solo do tipo Chernozem franco limoso degradado, num Cambisol franco argiloso e num Cambisol franco arenoso a Este da Áustria, submetidos a diferentes tipos de lavoura: lavoura convencional (CT – conventional tillage, lavoura com eliminação mecânica de infestantes e sem lavoura (NT – no tillage, com sementeira intercalada no Inverno. A medição da estabilidade dos agregados do solo de acordo com a norma DIN (Deutsches Institut für Normung permitiu concluir que a estabilidade diminuiu pela seguinte ordem: Cambisol franco argiloso> Cambisol franco arenoso> Chernozem franco limoso. A influência do tipo de lavoura observou-se para o segundo e terceiro tipo de solos mencionados. A dispersão ultrasónica por amplitudes de baixa vibração apresentou uma estabilidade mais alta para os solos do tipo Cambisol. Observou-se uma influência significativa do tipo de lavoura na estabilidade dos agregados do solo (entre 1 e 1,7 J ml-1 no Cambisol franco argiloso e

  9. Resposta da assembleia de formigas na interface solo-serapilheira a um gradiente de alteração ambiental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego S. Gomes

    2013-06-01

    Full Text Available O estudo objetivou avaliar a resposta da assembleia de formigas que nidificam na interface solo-serapilheira a um gradiente de alteração ambiental. O estudo foi realizado em três ambientes com diferentes usos do solo: fragmento florestal, sistema agroflorestal (SAF e pastagem situados em região de domínio da mata atlântica no sudeste do Brasil. Em cada ambiente foram demarcadas 10 parcelas de 1 m² e todos os ninhos de formigas encontrados foram registrados. Foram encontrados 215 ninhos (103 no fragmento florestal, 64 no sistema agroflorestal e 48 na pastagem, de 31 espécies. O número acumulado de espécies foi maior no fragmento florestal que na pastagem, mas não diferiu do SAF. A composição de espécies foi diferente entre o fragmento florestal e os outros dois ambientes. A riqueza média de espécies de formigas por parcela foi maior no fragmento florestal e menor na pastagem. A quantidade de serapilheira não foi um fator importante para as diferenças na riqueza de espécies. Atividades humanas que reduzam a heterogeneidade da vegetação alteram a composição e diminuem a riqueza de espécies das assembleias de formigas.

  10. Carbono, nitrogênio, fósforo e enxofre em solos tratados com composto de lixo urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. H. Abreu Junior

    2002-09-01

    Full Text Available Foram estudados os efeitos da aplicação de composto de lixo urbano, proveniente da usina de compostagem São Matheus da cidade de São Paulo, na dose de 30 g dm-3 (60 t ha-1, na presença e ausência de calcário dolomítico e adubos minerais, sobre os teores de carbono orgânico, de nitrogênio total e de fósforo e enxofre disponíveis de 21 solos ácidos e cinco solos alcalinos, onde o calcário foi substituído por gesso. O experimento foi realizado em condições de casa de vegetação com os solos nas parcelas em blocos ao acaso, com três repetições e os tratamentos em subparcelas. O acúmulo de matéria orgânica, em virtude da aplicação do composto, foi evidente em solos com teores iniciais de carbono orgânico > 12 g dm-3 e de nitrogênio > 1,3 g dm-3, porém com relação C/N < 12. Nos demais solos, o acúmulo foi decorrente da interação entre a estabilidade da matéria orgânica do composto, da matéria orgânica nativa e as propriedades físicas e químicas dos solos. A aplicação do composto aumentou os teores de nitrogênio total e de enxofre disponível em todos os solos, porém o fósforo disponível somente foi aumentado nos solos ácidos. A aplicação do composto de lixo urbano como fertilizante orgânico é viável, porém seus efeitos sobre as propriedades químicas do solo devem ser monitorados.

  11. FATORES QUE CONTROLAM A TEMPERATURA DE SUPERFÍCIE DOS SOLOS DO NOROESTE DO PARANÁ

    OpenAIRE

    Otávio Cristiano Montanher; Danilo Rafael Bastos Rezende Espíndola

    2017-01-01

    Este artigo apresenta um estudo da temperatura de superfície de solos da região noroeste do Estado do Paraná. Essa região possui duas formações rochosas predominantes: formação Caiuá (Kc) e formação Serra Geral (JKsg). Os solos que se desenvolvem sobre essas formações possuem texturas arenosas e argilosas. Formulou-se a seguinte questão: em total exposição, tais solos possuem diferentes valores de temperatura de superfície? Adicionalmente, também foi avaliado o papel térmico da cobertura vege...

  12. MORFOMETRIA E EVOLUÇÃO DO USO DO SOLO E DA VAZÃO DE MÁXIMA EM UMA MICRO BACIA URBANA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Cunha Menezes

    2014-12-01

    Full Text Available O conhecimento dos atributos físicos de uma bacia hidrográfica é de suma importância para a identificação dos parâmetros que auxiliam no melhor gerenciamento dos recursos hídricos. Portanto, a caracterização morfométrica e a avaliação do uso do solo de uma bacia hidrográfica se torna uma ferramenta importante para gestão dos recursos hídricos, pois permite prever o grau de vulnerabilidade da bacia a fenômenos extremos como enchentes e inundações. Sendo assim, o presente trabalho pautou no uso das técnicas do geoprocessamento de imagens digitais para análise de atributos morfométricos e da mudança do uso do solo em uma micro bacia urbana no município de Lavras, MG, relacionando-os com a estimativa de vazão máxima como resposta a chuvas de alta intensidade. A análise dos dados e a interpretação dos resultados obtidos nas condições atuais da micro bacia hidrográfica permitiram concluir que o padrão de drenagem formado pelos cursos d’água caracteriza-se como dendrítico e de 4º ordem. A micro bacia do Ribeirão Vermelho possui a forma alongada, evidenciando um menor risco de cheias em condições normais de pluviosidade anual. O mapeamento e ocupação do solo de 2003 e 2013 indicou um aumento da área urbana em contraste com uma redução na área de pastagem, entretanto, não se observou alterações na vazão de pico entre estes anos.

  13. Avaliação do uso de resíduos de construção e demolição reciclados como corretivo da acidez do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Renato Orlandi Lasso

    2013-12-01

    Full Text Available A geração e o armazenamento de resíduos de construção civil e demolição (RCD constituem-se em um problema ambiental, pois representam mais de 50 % do total de resíduos sólidos gerados nos médios e grandes centros urbanos. Porém, como o calcário é uma das principais matérias-primas utilizadas na fabricação do cimento e da cal hidratada e, consequentemente, de concretos, argamassas e reboques, a reciclagem desses materiais pode fornecer, em princípio, um subproduto com potencial para correção da acidez dos solos. Este estudo teve o objetivo de avaliar a utilização de resíduos de construção e demolição reciclados como corretivos de acidez do solo. Utilizaram-se RCD-R provenientes de concretos, argamassas e reboques (material cinza, que foram caracterizados inicialmente por fluorescência e difratometria de raios-X. O desempenho dos RCD-R cinza como corretivo de acidez foi avaliado pela produção de matéria seca da alfafa (Medicago sativa cv. Crioula e pela medida dos atributos químicos do solo. Os resultados sugerem que os RCD-R cinza (origem de concretos apresentam características interessantes para utilização como corretivos da acidez de solos, porém em concentrações superiores a 24 t ha-1, quando aplicados em área total.

  14. Estimativa do potencial de degradação do solo antes e depois de um grande incêndio florestal numa bacia elementar de Alfândega da

    OpenAIRE

    Costa, Rui; Figueiredo, Tomás de; Fonseca, Felícia

    2016-01-01

    Os grandes incêndios florestais expõem o solo, em extensas áreas e por largo tempo, à degradação por erosão hídrica. O local de estudo, uma pequena bacia elementar em Alfândega da Fé, NE Portugal, apresenta ainda marcas do grande incêndio de Picões (Julho de 2013), que afetou cerca de 14000 ha. Este trabalho propos-se, através da avaliação das caraterísticas biofísicas e morfológicas da bacia e aplicando o modelo de erosão USLE (Equação Universal de Perda de Solo), estimar o risco potencial d...

  15. Efeito de coberturas do solo sobre a sobrevivência de Macrophomina phaseolina no feijão-caupi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cheyla Magdala de Sousa Linhares

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Com o objetivo de avaliar a sobrevivência de Macrophomina phaseolina em solo submetido a diferentes coberturas, conduziu-se dois experimentos em casa de vegetação, no delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 x 2, com cinco coberturas (Brachiaria brizantha, Pennisetum glaucum, Crotalaria spectabilis, solo coberto com filme de polietileno e solo sem cobertura e solo esterilizado e não esterilizado. No primeiro experimento, as plantas foram cultivadas em vasos e dessecadas, para posterior plantio do feijão-caupi e no segundo, a semeadura da cultura foi realizada em sucessão ao primeiro cultivo. Nos dois experimentos foram colocadas em cada vaso a 10 cm de profundidade, no dia do plantio da cultura, quatro bolsas de tecido contendo, cada uma, 10 gramas de inóculo de M. phaseolina, das quais, duas foram retiradas aos 30 dias após o plantio e duas no final do ciclo da cultura, para posterior plaqueamento e determinação da sobrevivência. Realizou-se também o monitoramento das temperaturas máximas e mínimas diárias do solo. Os tratamentos com solo coberto com material vegetal apresentaram menor elevação da temperatura em relação ao solo coberto com filme de polietileno e sem cobertura, que elevaram a temperatura em até 5,9 e 3,9 ºC, respectivamente, em relação ao solo coberto com palhada de P. glaucum. O solo coberto com filme de polietileno e sem cobertura apresentaram maiores taxas de sobrevivência de M. phaseolina e o solo coberto com palhada de P. glaucum a menor taxa. Maior sobrevivência foi observada no solo não esterilizado.

  16. MINERALIZAÇÃO E VOLATILIZAÇÃO DO NITROGÊNIO DA VINHAÇA-15N NA PRESENÇA OU NÃO DE URÉIA E DE PALHA DE CANA- DE-AÇÚCAR MINERALIZATION AND VOLATILIZATION OF NITROGEN FROM VINASSE-15N IN THE PRESENCE OR ABSENCE OF UREA AND SUGARCANE TRASH

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Maria Silva

    1999-01-01

    Full Text Available O N mineral e o N volatilizado derivado da vinhaça marcada com 15N foram determinados em amostras de dois solos (Podzólico Vermelho-Amarelo, arenoso - PV, e Latossolo Roxo, argiloso - LR do município de Piracicaba, SP, em experimento de laboratório. Os solos foram tratados com vinhaça marcada com 15N (V* na dose de 100 mg.kg-1 de N-vinhaça. Os tratamentos constaram da aplicação de vinhaça isoladamente (V*, de vinhaça e uréia (V*+U, de vinhaça e palha de cana-de-açúcar (V*+P, e de vinhaça mais uréia e palha (V*+U+P, e foram incubados por 7, 14, 21, 28 e 35 dias. As parcelas foram constituídas por 50 g de solo. As doses de incorporação de N-uréia e palha de cana-de-açúcar foram de 220 mg.kg-1 e 22 g.kg-1, respectivamente. As concentrações de N-NH4+ e N-NO3- no solo proveniente da vinhaça foram influenciadas pelo tipo de solo. A adição aos solos da uréia e da vinhaça promoveu uma maior disponibilidade de N-NH4+ e de N-NO3- proveniente da vinhaça. A adição de palha e de vinhaça não alterou as concentrações de N-NH4+ e de N-NO3- provenientes da vinhaça nos solos. A adição da palha, da uréia e da vinhaça não alterou as concentrações de N-NH4+ e as concentrações de N-NO3- aumentaram apenas no solo LR ao longo do tempo. As perdas por volatilização de N da vinhaça foram, em geral, crescentes, para todos os tratamentos no solo PV e mais elevadas (14 % que no solo LR (5%; neste, foram bem similares.The mineralized and volatilized nitrogen derived from vinasse labelled with 15N were determined in a laboratory experiment, using samples of two soils [a sandy Red-Yellow Podzolic - PV and a clayey Latosol - LR (Oxisol], collected in Piracicaba, SP, Brazil. The experiment consisted of four treatments: application of vinasse (V*; vinasse with urea (V*+U; vinasse with sugarcane straw (V*+P; and vinasse with urea and sugarcane straw (V*+U+P. Vinasse, labelled with 15N (V* was applied at a rate of 100 mg.kg-1 of N

  17. Erosão entre sulcos em diferentes condições de cobertura do solo, sob cultivo da cana-de-açúcar Interrill erosion under different conditions of soil cover of sugarcane

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandro Augusto Bezerra

    2006-06-01

    Full Text Available A erosão entressulcos acontece pela desagregação originada do impacto das gotas de chuva e pelo transporte do escoamento superficial, por arraste e suspensão das partículas superficiais do solo desagregadas, onde se encontram a matéria orgânica e os nutrientes fundamentais para a produção agrícola. O trabalho objetivou avaliar o efeito de diferentes coberturas do solo em área de cultivo de cana-de-açúcar sob o escoamento superficial na erosão entressulcos. As condições avaliadas foram: solo descoberto; resíduo em contato direto com o solo; dossel da cana-de-açúcar e efeito somado do dossel da cana-de-açúcar e do resíduo em contato com o solo, para três e 12 meses após o corte da cana-planta. Os regimes de escoamento na erosão entressulcos foram laminar lento, e a erodibilidade para o Argissolo Vermelho-Amarelo foi de 1,87 x 10(6 kg s m-4, por conta da presença de mica e caulinita. O resíduo da cana em contato direto com o solo destacou-se no aumento da rugosidade hidráulica, e o dossel pela interceptação da chuva que retardou o início do escoamento superficial, possibilitando maiores taxas de infiltração de água no solo e menores taxas da erosão entressulcos.Interrill erosion occurs as a result of detachment of soil surface particles caused by raindrop impact and their transportation by overland flow (drag and suspension, which contain the organic matter and nutrients that are essential for agricultural production. An experiment was carried out to evaluate the effect of different soil cover types on the overland flow in interrill erosion in an area of sugarcane cultivation. The following situations were evaluated: bare soil; sugarcane straw mulch; sugarcane canopy cover; sugarcane canopy cover + sugarcane straw mulch three and 12 months after sugarcane harvest. The laminar flow regimes were slow and interrill soil erodibility of the Red-Yellow Argisol was 1.87 x 10(6 kg s m-4 due to the occurrence of kaolinite

  18. GPS receivers for georeferencing of spatial variability of soil attributes Receptores GPS para georreferenciamento da variabilidade espacial de atributos do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David L Rosalen

    2011-12-01

    Full Text Available The characterization of the spatial variability of soil attributes is essential to support agricultural practices in a sustainable manner. The use of geostatistics to characterize spatial variability of these attributes, such as soil resistance to penetration (RP and gravimetric soil moisture (GM is now usual practice in precision agriculture. The result of geostatistical analysis is dependent on the sample density and other factors according to the georeferencing methodology used. Thus, this study aimed to compare two methods of georeferencing to characterize the spatial variability of RP and GM as well as the spatial correlation of these variables. Sampling grid of 60 points spaced 20 m was used. For RP measurements, an electronic penetrometer was used and to determine the GM, a Dutch auger (0.0-0.1 m depth was used. The samples were georeferenced using a GPS navigation receiver, Simple Point Positioning (SPP with navigation GPS receiver, and Semi-Kinematic Relative Positioning (SKRP with an L1 geodetic GPS receiver. The results indicated that the georeferencing conducted by PPS did not affect the characterization of spatial variability of RP or GM, neither the spatial structure relationship of these attributes.A caracterização da variabilidade espacial dos atributos do solo é indispensável para subsidiar práticas agrícolas de maneira sustentável. A utilização da geoestatística para caracterizar a variabilidade espacial desses atributos, como a resistência mecânica do solo à penetração (RP e a umidade gravimétrica do solo (UG, é, hoje, prática usual na agricultura de precisão. O resultado da análise geoestatística é dependente da densidade amostral e de outros fatores, como o método de georreferencimento utilizado. Desta forma, o presente trabalho teve como objetivo comparar dois métodos de georreferenciamento para a caracterização da variabilidade espacial da RP e da UG, bem como a correlação espacial dessas vari

  19. Disponibilidade de nitrato em solos brasileiros sob efeito da calagem e de fontes e doses de nitrogênio Nitrate availability in Brazilian soils under effect of liming and sources and amounts of nitrogen

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CARLOS ALBERTO SILVA

    2000-12-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar os efeitos da calagem e de fontes e doses de N sobre a disponibilidade de nitrato, em amostras (020 cm de solos brasileiros. Foram conduzidos dois experimentos: um com cinco solos da Bahia e o outro com cinco solos de Minas Gerais. Os materiais de solo foram previamente umedecidos e incubados por sete dias, a 26°C, visando ativar a flora microbiana. Nas amostras de solo da Bahia, aplicou-se a uréia ou o sulfato de amônio nas concentrações de 50, 100, 150 e 200 mg de N por kg de solo e nas de Minas Gerais, foi avaliado o efeito da calagem sobre a nitrificação. Os materiais de solo foram incubados a 26°C por 15 dias. Independentemente da dose de N aplicada, auréia nitrificou mais rapidamente do que o sulfato de amônio. Na Areia Quartzosa não foi observada nitrificação líquida do Nsulfato de amônio, sendo constatada, porém, a oxidação do Nuréia. A calagem afetou a nitrificação, notando-se nos solos que receberam calcário maior disponibilidade de nitrato. A saturação por bases e o teor de matéria orgânica apresentaram, respectivamente, a melhor correlação com o nitrato formado e os teores de uréia presentes no solo ao término da incubação.The aim of this work was to evaluate the effect of liming and sources and doses of nitrogen on nitrate availability in Brazilian soils. Two experiments were carried out: one with five soils from Bahia State and the other with five soils from Minas Gerais State. Soil samples were previously moistened and incubated at 26°C in order to activate the microorganism population. Soil samples from Bahia State were incubated with50, 100, 150 e 200 mg of N per kg of soil as ammonium sulfate or urea and in the Minas Gerais soils it was evaluated the effect of liming on nitrification. Soil samples were incubated at 26°C during 15 days. Urea nitrified faster than ammonium sulfate. The sandy soil did not exhibit net nitrification following ammonium application, but

  20. Incorporação da densidade no ajuste de dois modelos à curva de retenção de água no solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. A. Tormena

    2002-06-01

    Full Text Available A curva de retenção de água no solo é fundamental para o desenvolvimento de estudos relacionados com a dinâmica da água, com a modelagem de processos físicos do solo e crescimento das plantas. Normalmente, a curva de retenção é obtida por meio de medidas simultâneas do conteúdo de água (θ e do potencial mátrico da água no solo (ψ numa única amostra. Um procedimento alternativo consiste em utilizar várias amostras por ψ para descrever a curva de retenção. A utilização deste procedimento requer a incorporação dos fatores de variação existentes entre as amostras nos parâmetros das funções matemáticas utilizadas para descrever essa curva. O objetivo deste trabalho foi obter a curva de retenção, utilizando esta última sistemática, e ajustar duas diferentes funções não-lineares aos dados de θ(ψ. Amostras indeformadas (0,05 m de diâmetro e 0,05 m de altura foram obtidas num Latossolo Vermelho distroférrico cultivado com milho sob plantio direto e preparo convencional do solo. Foram retiradas 96 amostras por sistema de preparo, na profundidade de 0-0,10 m, na linha e na entrelinha da cultura. A curva de retenção foi obtida utilizando-se 12 ψ, sendo 16 amostras por ψ: oito por sistema de preparo e quatro por posição amostrada. Os modelos de Genuchten (1980 - VG e o de Hutson & Cass (1987 - HC foram ajustados aos dados. Funções relacionando os parâmetros dos modelos com as variáveis independentes preparo, posição de amostragem e densidade do solo (Ds os substituíram no ajuste dos dados. Não houve influência estatisticamente significativa dos sistemas de preparo e posição de amostragem (p > 0,05 no ajuste das funções aos dados . Com a função de VG obtiveram-se efeitos significativos da Ds no parâmetro n, o qual foi descrito por uma função quadrática da Ds. Resultado similar foi obtido com o parâmetro "a" da função de HC. A curva de retenção foi sensível às variações da Ds e o

  1. Efeito da escória de siderurgia na química do solo e na absorção de nutrientes e metais pesados pela cana-de-açúcar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Prezotti

    2012-08-01

    Full Text Available Com a redução das reservas naturais de nutrientes e o alto custo dos fertilizantes, tem aumentado a busca por fontes alternativas, sendo a escória de siderurgia uma opção, uma vez que possui compostos neutralizantes da acidez do solo e elementos químicos importantes para a nutrição das plantas. Este trabalho teve por objetivo avaliar as alterações, nas características químicas do solo e nos teores de nutrientes e de metais pesados, na cana-de-açúcar, em função de doses crescentes de escória de siderurgia. Os tratamentos foram compostos por oito doses de escória de aciaria: 0; 0,5; 1,0; 2,5; 5,0; 10; 20; 40 t ha-1, mais um tratamento adicional composto por uma dose de 2,5 t ha-1 de calcário, totalizando nove tratamentos, distribuídos em blocos ao acaso, com três repetições. Foram determinadas as características químicas de solo e planta, bem como a produtividade da cana-de-açúcar. A aplicação de escória no solo elevou o pH, a saturação por bases e os teores de P, Ca, B, Fe e Mn, não influenciando os teores de K e Mg. Mesmo aplicando-se doses mais elevadas, não houve alteração nos teores dos metais pesados Cd, Pb e Ni do solo. Houve elevação do teor de Cr. O teor de P na folha e no colmo da cana-de-açúcar apresentou tendência de aumento com as doses de escória, não havendo influência para os demais nutrientes, como, também, para os metais pesados. Houve elevação da produtividade tanto da cana-planta como da cana-soca.

  2. Modelagem da Distribuição da Saturação de Água do Solo em Terrenos Complexos Baseada na Teoria de Similaridade – Proposição de Abordagem Lagrangiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Abi Karam

    2014-07-01

    Full Text Available Neste trabalho propõe-se uma modelagem lagrangiana da distribuição de saturação de água do solo de terrenos complexos baseada na teoria de similaridade, com destaque para aspectos hidrometeorológicos. A distribuição da água precipitada no terreno é obtida como uma consequência da conservação de massa do escoamento, considerada a similaridade hidrológica ao longo de faixas de drenagem, sob diferentes condições de inclinação topográfica, captação e infiltração. A aplicação desse tipo de modelo de distribuição hidrológica permite uma otimização computacional, tanto na estimativa do deficit de saturação do solo quanto na distribuição da profundidade do lençol freático. A aplicabilidade da proposição lagrangiana é exemplificada para um morro suave e também para discutir qualitativamente a hidrologia da Baixada Fluminense encontrada ao norte da Região Metropolitana do Rio de Janeiro (RMRJ, RJ, Brasil. Mostra-se que uma resolução espacial inferior a 90 m deve ser empregada para considerar os detalhes do problema. Os resultados destacaram o papel da topografia complexa, incluindo a hidrologia de planícies fluviais e as modificações antrópicas da superfície (na forma de canais de escoamento urbano e urbanização para a compreensão da hidrometeorologia da RMRJ.

  3. Zonas de manejo em função de propriedades de solo, relevo e produtividade da lavoura cafeeira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Manoel Rezende de Melo

    2017-07-01

    Full Text Available O objetivo foi determinar zonas de manejo correlacionando produtividade, altitude, parâmetros de textura e fertilidade de solo em propriedades cafeeiras do sul de Minas Gerais. O experimento foi realizado em Inconfidentes (MG, em uma lavoura de café da cultivar Rubi com 0,849 ha-1, no espaçamento 2,2 m x 1,3m, em dezembro de 2011, em Latossolo Vermelho Amarelo distrófico. O local está situado a 957 metros de altitude com parte da lavoura situada no topo de morro e a outra parte em meia encosta, apresentando declividade máxima entre os pontos de maior e menor altitude de 37 %. O local para a coleta de solo está situado em cada ponto georreferenciado com um receptor GPS, para a zona 23k no sistema de referências SIRGAS 2000. Posteriormente foram analisados os parâmetros químicos, físicos, altitude e declividade da área. Para verificar a dependência espacial dos fatores em estudo, utilizou-se da geoestatística. Na presença de dependência espacial foram confeccionados os mapas de gradiente. Os resultados demonstram que não foi possível encontrar dependência espacial para o fósforo. Para as variáveis matéria orgânica, potássio, saturação de bases, pH e declividade, foi possível identificar zonas de manejo em função da correlação significativa com a altitude. A produtividade nos dois anos apresentou variabilidade espacial e temporal. Conclui-se, desta forma, que zonas de manejo podem ser identificadas correlacionando altitude com parâmetros de fertilidade. Para a produtividade e textura nos dois anos de estudos, não foram observadas zonas de manejo.

  4. Avaliação da condutividade hidraulica do solo saturada utilizando dois métodos de laboratório numa topossequência com diferentes coberturas vegetais no Baixo Amazonas Evaluation of the saturated hydraulic conductivity using two laboratory methods in a topossequence with different vegetation cover in the lower Amazon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean Dalmo de Oliveira Marques

    2008-01-01

    Full Text Available O objetivo desse trabalho foi avaliar dois métodos de laboratório para a determinação da condutividade hidráulica do solo saturada (Ko conhecidos como Permeâmetro de carga constante (PCC e Permeâmetro de carga decrescente (PCD, com o intuito de verificar sua aplicabilidade e variabilidade em solos amazônicos. Coletaram-se 125 amostras de solo com estrutura indeformada, através de amostrador tipo Uhland, com anéis volumétricos, de 0,072 m de altura e 0,069 m de diâmetro, devido à variabilidade apresentada pelas determinações de tal parâmetro. Nos mesmos pontos de amostragens da Ko, procedeu-se coleta de anéis volumétricos para a determinação da porosidade do solo. Ainda nesses pontos foram coletadas amostras com estrutura deformada para análises físicas e químicas. Os resultados obtidos demonstram que o método do PCC foi o mais apropriado para a classe dos Latossolos estudados, apresentando os menores coeficientes de variação e desvio padrão ao longo da topossequência. Os valores de Ko estiveram distribuídos entre P1(2,65 à 3,34 cm dia-1, P2(2,85 à 3,38 cm dia-1, P3(2,86 à 3,63 cm dia-1, P4(2,75 à 3,49 cm dia-1, P5(2,38 à 3,83 cm dia-1 e P6 (2,47 à 3,52 cm dia-1; havendo uma tendência para maiores valores de Ko na superficie. A utilização de Ko como parâmetro de análise hídrica em solos porosos na superfície e muito argilosos em profundidade, como os amazônicos, necessita ser realizada com precaução, evitando a interrupção da continuidade dos poros e compactação da amostra. Mudanças na condutividade hidráulica saturada estiveram mais relacionadas a alterações nas propriedades físicas do solo e posição no relevo do que nas alterações das coberturas vegetais ao longo da topossequência.The objective of this work was to evaluate two different laboratory methods for determining the saturated hydraulic conductivity (Ko, namely, the constant head permeameter method (PCC and the falling

  5. Medição e mapeamento da condutividade eléctrica aparente do solo em pastagens Mesurement and mapping the apparent soil electrical conductivity in pastures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Manuel Serrano

    2010-12-01

    Full Text Available O objectivo geral deste estudo foi testar uma sonda de indução electromagnética para avaliar a variabilidade do solo e da pastagem num projecto de agricultura de precisão. Esta avaliação é a base para a gestão diferenciada da fertilização, principal ferramenta utilizada pelos agricultores para melhoria das pastagens permanentes em Portugal. O processo tradicional de amostragem e avaliação do solo e da pastagem é muito exigente em tempo, trabalho e reagentes e pode comprometer um projecto de agricultura de precisão. Este artigo descreve as principais etapas seguidas pelos autores para simplificar a metodologia de avaliação baseada na medição da condutividade eléctrica aparente do solo. Os ensaios foram realizados numa parcela com aproximadamente 6 hectares de área, que foi subdividida em quadrículas de 28 m de lado. As amostras de solo e de pastagem e a avaliação da condutividade eléctrica do solo foram georeferenciadas com um GPS-RTK. Os dados geoespaciais foram processados com o software ARCGIS 9.3 seguido de análise de regressão ponderada geograficamente. Os resultados obtidos conduziram a valores significativos dos coeficientes de regressão entre a condutividade eléctrica e a altimetria, o pH do solo e a produtividade da pastagem, em termos de matéria seca.The general objective of this study was to test a non contact electromagnetic induction probe to evaluate the soil and pasture variability in a precision agriculture project. Assessment of the variability of soil and vegetation in a permanent pasture are the basis for management of variable rate fertilization, which is the main instrument used by farmers for improvements in permanent pasture in Portugal. The traditional process of sampling and evaluation of the soil and pastures is very demanding in terms of time, labour and reagents, and can derail a project of precision agriculture. This paper describes the major steps followed by the author to simplify the

  6. Blocos solo-cal utilizando resíduo da construção civil Soil-lime bricks using building waste

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. M. R. Patricio

    2013-03-01

    Full Text Available Novas técnicas vêm sendo desenvolvidas com o objetivo de incentivar o desenvolvimento sustentável e tentar minimizar a degradação ambiental causada pela extração indiscriminada de recursos naturais além da constante geração de resíduos de construção e demolição. Esta pesquisa objetiva avaliar a utilização de resíduos da construção civil, oriundos de demolição, como agente pozolânico na fabricação de blocos solo-cal. As matérias primas convencionais e alternativas (resíduos foram caracterizados por meio dos seguintes ensaios: massa especifica real, área específica, análise granulométrica por peneiramento e por difração á laser,limites de liquidez e plasticidade, análise química e difração de raios X. Para os ensaios tecnológicos foram confeccionados corpos de prova solo-cal no traço 1:10 em peso, com substituição da cal por resíduos nas seguintes proporções: 0, 10, 20, 25, 30, 40, 50 e 75%. Os corpos de prova foram curados por períodos de 28, 60 e 90 dias, em câmara úmida com 100% de umidade relativa, em seguida determinada sua resistência à compressão simples e absorção de água. Com os melhores resultados de resistência a compressão simples, foram moldados blocos solo-cal e solo-cal-resíduo. Os resultados obtidos com os blocos solo-cal incorporados com resíduo evidenciaram valores dentro das especificações das normas da ABNT, apontando que existe viabilidade técnica no aproveitamento de resíduos de demolição para uso na fabricação de blocos solo-cal sem função estrutural.New techniques have been developed with the aim of encouraging sustainable development and try to minimize the environmental degradation caused by indiscriminate extraction of natural resources and the constant generation of building waste. This research aims to evaluate the use building waste, as pozzolanic agent in the soil-lime bricks manufacture. Raw materials conventional and alternatives (waste were

  7. Uso da Geoestatística no Estudo da Relação entre Variáveis Dentrométricas de Povoamentos de Eucalyptus sp. e Atributos do Solo / Geostatistics Applied to the Study of the Relationship Between Dendometric Variables of Eucalyptus sp. Populations and Soil Attributes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tais Moreli Cambahuva Rufino

    2006-10-01

    Full Text Available A presente pesquisa tem o objetivo de avaliar a aplicação de uma metodologia empregando técnicas de geoestatística e geoprocessamento para o mapeamento da variabilidade espacial do potencial produtivo e atributos do solo em dois projetos com clones de Eucalyptus sp. oriundos de plantações comerciais pertencentes à VCP. A partir de dados dendrométricos e de análise química e física do solo, foram gerados mapas de krigagem. Foi utilizada a Krigagem Ordinária exponencial, adotando a interferência entre os pontos como sendo a metade da maior distância entre seus pontos extremos. Com os mapas de Krigagem foi possível observar nos dois projetos uma relação entre as variáveis dendrométricas. De maneira geral não foi observada uma boa correlação entre os mapas de krigagem das variáveis de solo e das variáveis dendrométricas. O emprego da análise geoestatística combinada a técnicas de geoprocessamento, mostrou-se eficaz para mapear a variabilidade espacial da produtividade da população e os atributos do solo. Portanto, recomendasse o emprego desta ferramenta nos procedimentos de Inventário Florestal.

  8. Análise da Influência do Uso e Ocupação do Solo na Qualidade da Água de Duas Sub-Bacias Hidrográficas do Município de Caxias do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Cornelli

    2016-04-01

    Full Text Available O uso e ocupação do solo podem influenciar diretamente na qualidade e na disponibilidade dos recursos hídricos, seja pela urbanização acelerada, pela supressão da vegetação ou uso agrícola. Os impactos podem variar em função do uso, aporte de carga orgânica, nutrientes, contaminantes metálicos e o arraste de sedimentos comprometendo a qualidade e o equilíbrio dos ecossistemas aquáticos. Este trabalho objetivou avaliar a influência do uso e ocupação dos solos sobre a qualidade da água das bacias hidrográficas dos Rios Piaí e Tega, em Caxias do Sul-RS. Avaliou-se para tal os Índices de Qualidade da Água (IQA e de Toxicidade (IT em 5 pontos do Rio Piaí (P1 a P5 e em 12 do Rio Tega (T1 a T12. Foram realizadas 12 campanhas entre setembro/2012 a julho/2014. Para o desenvolvimento dos mapas de uso e ocupação dos solos, foram utilizadas imagens de satélite LANDSAT 8 aliadas à classificação supervisionada com o algoritmo Máxima Verossimilhança Gaussiana e digitalização em tela em pontos de conflito. Para a classificação dos mapas foram definidas 7 classes de uso, sendo: mata nativa, campo, silvicultura, agricultura, solo exposto, área urbana e lâmina d’água. Concluiu-se que a baixa qualidade da água de pontos como P3 e P4 do Rio Piaí e dos pontos T1 a T9 do Rio Tega é reflexo do uso e ocupação do solo, lançamento de efluentes de fontes pontuais (residências e indústrias sem estação de tratamento de efluentes ou cujo tratamento não é suficiente para atender os padrões de lançamento previstos pela legislação.

  9. Abordagens semiquantitativa e quantitativa na avaliação da textura do solo por espectroscopia de reflectância bidirecional no VIS-NIR-SWIR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marston Héracles Domingues Franceschini

    2013-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial da espectroscopia de reflectância no VIS-NIR-SWIR, para a caracterização granulométrica de amostras de solos de diferentes classes texturais, e obter modelos de predição dos teores de argila, silte e areia no solo. Utilizou-se um conjunto de amostras representativas de Latossolos e Argissolo de cinco locais do Estado do Mato Grosso do Sul. Os espectros do visível e do infravermelho próximo ao infravermelho de ondas curtas (de 350 a 2.500 nm das amostras foram obtidos e analisados. Empregaram-se a análise de componentes principais (ACP, agrupamento por "fuzzy c-means", regressão logística multinomial (RLM e regressão por mínimos quadrados parciais. Espectros característicos para as diferentes classes texturais e a segregação de amostras de classes texturais e de locais de coleta com características distintas, por meio da ACP, "fuzzy c-means" e RLM, mostram o potencial semiquantitativo dos dados de reflectância no VIS-NIR-SWIR. Obteve-se quantificação satisfatória quanto à argila (R²=0,92, RPD=3,59, ao silte (R²=0,80, RPD=2,15 e à areia (R²=0,87, RPD=2,62. As técnicas de espectroscopia de reflectância podem auxiliar na determinação da textura e da variabilidade espacial do solo com metodologias semiquantitativas ou quantitativas.

  10. Aplicação de vinhaça na cultura da cana-de-açúcar: Efeito no solo e na produtividade de colmos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aletéia P. M. da Silva

    2014-01-01

    Full Text Available No Brasil, o setor sucroalcooleiro está em expansão tendo, como consequência, a geração de resíduos e/ou subprodutos, entre eles a vinhaça. As usinas têm utilizado a vinhaça em áreas agrícolas, através da fertirrigação. O objetivo deste trabalho foi analisar o efeito da aplicação de vinhaça em alguns atributos químicos do solo e na produtividade de colmos de cana, pelo período de três anos. O ensaio foi conduzido em solo classificado como Neossolo Quartzarênico órtico localizado em Campo Grande, MS, de novembro de 2008 a setembro de 2011. As parcelas experimentais foram de 4,2 x 10,0 m (42 m² e os tratamentos constituídos por doses de vinhaça (0, 100, 200, 400 e 800 m³ ha-1, distribuídos no campo em delineamento em blocos ao acaso, com quatro repetições. A vinhaça foi obtida de usina de álcool da região e aplicada em rebrota de canas (1ª, 2ª e 3ª socas. Nos resultados observou-se que a vinhaça utilizada proporcionou um incremento na produtividade da cana-de-açúcar e aumento nos valores de pH e nos teores de potássio trocáveis no solo, até a profundidade de 0,4 m.

  11. Amostragem para avaliação da fertilidade do solo em função da variabilidade de suas características químicas Soil sampling for evaluation of fertility as a function of variability of chemical characteristics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hemmannuella C. Santos

    2009-12-01

    Full Text Available Visou-se, neste trabalho, avaliar a variabilidade de características químicas do solo, definir o número de amostras simples para formar uma amostra composta e avaliar se a média aritmética das amostras simples é igual ao resultado da análise química da amostra composta. Realizaram-se três séries de amostragens constituídas de 36 amostras simples por série, em um Latossolo Amarelo. Os locais de retirada das amostras da primeira série se distanciaram 15 m um do outro, os da segunda série, 2,5 m, e os da terceira série, 0,42 m. Com as amostras de solo da primeira série, foram formuladas amostras compostas mediante a mistura homogênea de 4, 8, 14, 20, 28 e 36 amostras simples, utilizando-se três repetições. A variabilidade das características químicas do solo praticamente não variou quando o tamanho da área amostrada variou de 8.100 m² para 225 m². Para recomendação de calagem e adubação, as doses de calcário e fertilizante são, em geral, as mesmas, independentemente se a fertilidade média do solo é avaliada a partir da análise química da amostra composta ou a partir da média aritmética dos resultados das análises químicas das amostras simples. A coleta de pelo menos oito amostras simples de solo foi suficiente para formar uma amostra composta representativa.The aim of this study was to evaluate the variability of chemical attributes of soil, to define the number of single samples required to form a composite sample and to evaluate if the mean fertility values obtained from the composite sample is the same as obtained from the arithmetic mean of single samples. Three series of sampling, each one with 36 samples collected in an Oxisol, were carried out. Samples of the first series were taken 15 m apart from each other, the second one 2.5 m, and the third one 0.42 m. Composite samples were formulated with samples of first series by a homogenous mixture of 4, 8, 14, 20, 28 e 36 single samples, with three

  12. Sistema de extração seqüencial da solução na macro e microporosidade do solo System of sequential extraction of solution in macro and microporosity of soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thomas V. Gloaguen

    2009-10-01

    Full Text Available Existem várias técnicas de extração da solução no solo; entretanto, a proporção entre a água gravitacional e as retidas por forças capilares é geralmente desconhecida. Neste estudo se propôs desenvolver um sistema de extração seqüencial da solução no solo a fim de caracterizar a sua composição química em função da porosidade do solo. Construíram-se colunas com terra fina secada ao ar de um Cambissolo de textura argilo-siltosa. As colunas foram saturadas por 24 h com água destilada, logo após, a solução no solo foi coletada aplicando-se sucessivamente na base das colunas um vácuo de: 0; -13,3; -26,7; -40,0; -53,3; -66,6 kPa. Mediram-se o volume, o pH, a condutividade elétrica e as concentrações de Na+, K+ e NO3-. Houve boa correlação entre o vácuo aplicado e o potencial mátrico do solo medido por tensiometria (não linear, r² = 0,998, validando o método proposto da extração seqüencial de solução. O estudo evidenciou importantes variações da composição química da solução nas diferentes porosidades do solo, com concentração iônica menor na macroporosidade, exceto para K+, demonstrando a necessidade de se uniformizar a metodologia de amostragem da solução do solo para evitar estimação incorreta da concentração de solutos no solo.Various methodologies for soil solution sampling are available, but the proportion between gravitational and capilar water is usually unknown. In this study, a sequential extraction system of soil water for determining its chemical composition as a function of the soil porosity is presented. Soil columns were filled by air-dried clay-loam Ultisol. The columns were saturated with distilled water for 24 h, and then the soil solution was sampled at the base of the column by applying the suction equivalent to 0, 13.3, 26.7, 40.0, 53.3 and 66.6 kPa. Volume, pH, electrical conductivity, Na+, K+ and NO3- were measured in the solution. The high correlation (non linear; r

  13. Water erosion under simulated rainfall in different soil management systems during soybean growth Erosão hídrica sob chuva simulada em diferentes sistemas de manejo do solo durante o crescimento da soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Luis Engel

    2007-01-01

    Full Text Available Soil management influences soil cover by crop residues and plant canopy, affecting water erosion. The objective of this research was to quantify water and soil losses by water erosion under different soil tillage systems applied on a typical aluminic Hapludox soil, in an experiment carried out from April 2003 to May 2004, in the Santa Catarina highland region, Lages, southern Brazil. Simulated rainfall was applied during five soybean cropstages, at the constant intensity of 64.0 mm h-1. Treatments were replicated twice and consisted of: i conventional tillage on bare soil - control treatment (CTBS, ii conventional tillage on cultivated soil (CTCS, iii no-tillage on non tilled soil with burned crop residue (NTRB, iv no-tillage in non tilled soil with crop residue desiccated (NTRD, and v no-tillage on four-years interrupted soil tillage with crop residue desiccated - "traditional no tillage" (NTRT. Regardless of soybean cropstages, water losses were the highest for the CTCS than for the untilled soils, while soil losses were considerably higher in the CTCS treatment only until cropstage 3, in cultivated soil treatments. The NTRT was most effective treatment in terms of both water and soil loss reduction. Water infiltration should also be considered, when considering the soil erosion process caused by rainfall and its associated runoff, due to the management systems usually adopted in cultivated fields.O manejo do solo influencia a cobertura superficial pelo resíduo cultural e, juntamente com a cobertura do solo pela copa das plantas, afeta a erosao hídrica. O objetivo do estudo foi quantificar as perdas de água e solo por erosão hídrica em diferentes sistemas de manejo do solo, em diferentes estádios do cultivo da soja, em um experimento conduzido de abril de 2003 a maio de 2004, na região do Planalto Catarinense, em um Nitossolo Háplico alumínico. Chuvas simuladas foram aplicadas em cinco estádios do cultivo da soja, com intensidade

  14. Eletroquímica de solos modais e de sua matéria orgânica em ambientes tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marihus Altoé Baldotto

    2014-12-01

    Full Text Available A química do solo vem estudando o comportamento da fração mineral dos solos tropicais intemperizados, incluindo a eletroquímica, o desenvolvimento de cargas e o fenômeno de adsorção. Por causa do amplo espectro a ser coberto no entendimento do comportamento da fração mineral, somado às dificuldades metodológicas, o estudo da complexa fração orgânica dos solos foi relativamente menos desenvolvido. A atual proposta revisita os primeiros trabalhos referentes à química de solos tropicais, buscando relacioná-los com dados de eletroquímica dos estoques de carbono do solo. O objetivo deste trabalho foi revisar aspectos de eletroquímica de solos, determinar e relacionar os pontos de carga zero, por diferentes métodos, os potenciais da dupla camada elétricae a eletroquímica do húmus de solos modais brasileiros, em uma sequência típica de intemperismo, visando a gerar informações para o seu manejo e conservação. Os métodos de estimativa dos ponto de carga zero dos solos apresentam resultados variados, mas com a mesma tendência entre os solos. Há predomínio de cargas negativas em ambas as camadas dos solos estudados. As cargas negativas dos coloides estão diretamente associadas à disponibilidade de elétrons do húmus e ambas diminuem com o estádio de intemperismo do solo.

  15. Número e espaçamento entre hastes de guia de onda para medida da umidade do solo com TDR Number and spacing between wave guide rods for measurement of soil water content with TDR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eugênio F. Coelho

    2003-08-01

    Full Text Available Com este trabalho, objetivou-se avaliar o desempenho de diferentes modelos matemáticos para ajuste dos dados de umidade, em função da constante dielétrica aparente do solo, e a viabilidade de uso de guias de onda de duas e três hastes, com diferentes espaçamentos. Amostras de solo deformadas foram acondicionadas em segmentos de tubos de PVC de 0,075 m de diâmetro. Construíram-se 24 guias de onda com capacitor e 24 guias de onda sem capacitor, sendo que, para cada tipo, 12 guias de onda de duas hastes e 12 de três hastes, com espaçamento entre hastes de 0,009 a 0,022 m, de impedâncias previamente determinadas, foram inseridas no solo, após a saturação em cada segmento de tubo. Dados de umidade do solo determinados por gravimetria e da constante dielétrica aparente obtidos pelo analisador Trase System, foram tomados em cada recipiente durante a secagem do solo de 0,31 a 0,13 m³ m-3. Cinco modelos matemáticos foram ajustados aos dados de umidade em função da correspondente constante dielétrica aparente do solo e o efeito dos modelos na obtenção da umidade do solo, em função da constante dielétrica aparente, foi avaliado estatisticamente. O modelo de Malicki foi o de melhor ajuste dos dados da constante dielétrica aparente, em função da umidade do solo. As guias de onda de três hastes, de diâmetro 0,003 m, comprimento 0,15 m, com espaçamentos entre hastes de 0,017 m, foram as de melhor desempenho, enquanto as guias de onda de três hastes sem capacitor indicaram melhor desempenho na determinação da umidade do solo, comparadas com as de duas hastes sem capacitor. As guias de onda de três hastes sem capacitor apresentaram melhor desempenho na determinação da umidade do solo que as de três hastes com capacitor.The objective of this study was to evaluate the performance of different mathematical models to adjust the humidity data as a function of the apparent dielectric constant of the soil and to evaluate the

  16. Soil organic carbon stocks in coffee plantations under different weed control systemsEstoques de carbono orgânico do solo em cafezais sob diferentes sistemas de controle de plantas invasoras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franciane Diniz Cogo

    2013-06-01

    Full Text Available Soil organic carbon (COS is an important indicator of soil quality, as its levels and stocks can change by soil preparation. This study aimed to evaluate COS stocks on a clayey Oxisol cultivated with coffee and subject to different weed control systems in southern Minas Gerais, Brazil. The experimental design was in randomized blocks, and weed control systems were: no weeding, manual weeding, pre-emergence herbicide, post-emergence herbicide, rotary tiller, rotary mowers and disk harrow. Undisturbed soil samples were collected at two positions in the coffee plantation (tire tracks and planting line, at depths of 0-3, 10-13, and 25-28 cm. A nearby native forest was sampled as a reference. A higher bulk density of soils under coffee plantations occurred compared to soil under the forest. There was little difference between COS concentrations in the plating line in relation to the native forest, but for the tire track position, the amount of COS was generally lower. After correction for soil compaction, it was estimated a loss of ca. 20% in SOC stock for te 0-30 cm depth for herbicide post-emergence, rotary tiller, manual weeding and disk barrow, and a 35% loss when using herbicide pre-emergence. SOC stocks under no weeding and rotary mowers did not differ from native forest (37 M-1g ha COS, indicating that the rotary mower, which allows temporary growth of weeds and does not disrupt soil structure, is the most appropriate weed control for the preservation of COS in coffee plantations.O carbono orgânico no solo (COS é um importante indicador da qualidade do solo, pois seus teores e estoques podem ser alterados conforme o sistema de preparo do solo. Objetivou-se neste trabalho avaliar os estoques de COS em um Latossolo Vermelho distroférrico argiloso cultivado com cafeeiros (Coffea arabica L e submetido a diferentes manejos de plantas invasoras no sul de Minas Gerais. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, sendo os tratamentos os

  17. Inter-relações da produtividade de cana soca com a resistência à penetração, umidade e matéria orgânica do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Carlos Dalchiavon

    2014-04-01

    Full Text Available A cultura da cana-de-açúcar desempenha, sobretudo no aspecto relacionado às fontes energéticas alternativas, importantíssimo papel. No ano de 2009, no município de Suzanápolis (SP, cujas coordenadas são 20º 28' 10'' S e 50º 49' 20'' W, no cerrado brasileiro foi analisada a produtividade da cana soca (2º ciclo em razão da resistência à penetração, umidade gravimétrica e matéria orgânica de um Argissolo Vermelho eutrófico. O objetivo foi selecionar, entre os atributos pesquisados, aquele com a melhor correlação, a linear e a espacial, para explicar a variabilidade da produtividade da cana-de-açúcar. Foi instalada a malha geoestatística para a coleta de dados do solo e da planta, com 120 pontos amostrais, numa área de 14,53 ha. A matéria orgânica correlaciona-se linear e negativamente com a resistência à penetração, indicando que manejos do solo que visem seu aumento no perfil melhoram suas condições físicas e, por conseguinte, o desenvolvimento e a produtividade da cana-de-açúcar. A umidade gravimétrica (UG e o teor de matéria orgânica do solo (MO correlacionam-se direta, linear (UG2 e MO1 e espacialmente (UG1 e MO1 com a produtividade da cana-de-açúcar, demonstrando serem os melhores atributos, dentre os pesquisados, para estimar e aumentar a produtividade agrícola da cana-de-açúcar.

  18. O EQUIVALENTE EM CARBONATO DE CÁLCIO DOS CORRETIVOS DA ACIDEZ DOS SOLOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.C. ALCARDE

    1996-05-01

    Full Text Available Os corretivos da acidez dos solos podem ter dois equivalentes em carbonato de cálcio: um, calculado pelos teores de cálcio e magnésio utilizando a expressão: % CaO x 1,79 + % MgO x 2,48 = %ECaCO3; outro, determinado analiticamente pelo poder ou valor de neutralização. Para uma mesma amostra ambos os valores deveriam coincidir, o que raramente acontece. Diversas hipóteses foram levantadas para justificar essa diferença. Os resultados deste trabalho permitiram inferir que nem todo o cálcio e magnésio dos corretivos devem estar associados às bases quimicamente efetivas mas também a fosfato, sulfato ou outras bases de forças inexpressivas; também os constituintes neutralizantes podem estar aprisionados em cristais de outros componentes dos corretivos, como sílica por exemplo, que só são atingidos por um ataque mais enérgico da amostra. Como conclusão, a avaliação química atual dos corretivos da acidez dos solos pode não estar se compatibilizando com o comportamento agrícola desses produtos.Agricultural liming materials can have two calcium carbonate equivalents: one calculated in function of calcium and magnesium oxide percentages, by the expression: % CaO x 1,79 + % MgO x 2,48 = %ECaCO3; and the other determined analytically by the neutralization power or value. For one sample, both values should be similar, however, this rarely occurs. Several hypoteses were raised to justify the difference. Results of this research permit to infer that not all calcium and magnesium should be associated to the chemically effective bases, but they are also associated to phosphate, sulphate or other bases of inexpressive strength. It is also possible that, the neutralizing components could be captured inside cristals, like silica for example, which react only after a strong solubilization of the sample. It is concluded that the chemical evaluation of agricultural liming materials at the present time cannot explain the agronomical behaviour of

  19. ESTIMATIVA DA VELOCIDADE DE INFILTRAÇÃO BÁSICA DO SOLO ESTIMATION OF THE SOIL BASIC INFILTRATION VELOCITY

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LUÍS EDUARDO DE OLIVEIRA SALES

    1999-11-01

    Full Text Available Objetivando estimar a velocidade de infiltração básica (VIB, avaliou-se a associação desta com outras propriedades físicas das camadas superficial e subsuperficial de um Latossolo Roxo e um Podzólico Vermelho-Amarelo, ambos ocorrentes no campus da Universidade Federal de Lavras. Para tanto, delineou-se um plano amostral consistindo de uma rede cujas malhas apresentaram espaçamentos variáveis. Nos pontos de interseção das malhas determinou-se a VIB e, posteriormente, coletaram-se amostras com estrutura deformada e indeformada nas camadas de 0-20 e 60-80 cm. Com essas amostras determinou-se a textura, densidade do solo e de partículas, porosidade total, macro e microporosidade e condutividade hidráulica do solo saturado. Após análises estatísticas de correlação e regressão, verificou-se que as propriedades físicas da camada de 0-20 cm do Latossolo Roxo e 60-80 cm do Podzólico Vermelho-Amarelo associaram-se melhor com a VIB. Tanto a condutividade hidráulica do solo saturado quanto a densidade do solo se mostraram adequadas para estimar a VIB desses solos.With the objective of estimating the soil basic infiltration velocity (BIV, a study was conducted to evaluate the degree of association between BIV and other physical properties of the superficial and subsuperficial layers of a Dusky-Red Latosol (Oxisol and of a Red-Yellow Podzolic soil (Ultisol, both located at the campus of the Universidade Federal de Lavras, Minas Gerais State, Brazil. The sampling was performed with systematic spacing and the points constituted a grid, with variable spacing. At each sampling point, the value of the basic infiltration velocity was determined and thereafter undisturbed and disturbed samples at 0-20 and 60-80 cm of depth were collected. With these samples, the particle-size distribution, bulk density, particle density, total volume of pores, macroporosity, microporosity and hydraulic conductivity of saturated soil were determined. Statistical

  20. Cultivo sem solo do morangueiro Strawberry soilless cultivation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Giménez

    2008-02-01

    Full Text Available O morangueiro é uma cultura importante em vários países, principalmente nos Estados Unidos e na Europa, por suas características sensoriais, propriedades nutritivas e por sua rentabilidade. O cultivo comercial sem solo de morangueiro está bem desenvolvido na Europa, onde tem permitido um aumento da produtividade e qualidade da produção assim como a ampliação da oferta do produto ao longo do ano. Predomina o sistema aberto, em sacolas ou vasos com diferentes tipos de substratos, utilizando-se densidades de 8 a 12plantas m-2. As produtividades obtidas estão entre 5 e 10kg m-2. Para isolar as plantas do solo e facilitar o manejo da cultura, os vasos ou sacolas são suspensos a uma altura entre 0,8 e 1m da superfície do solo. A composição da solução nutritiva é variável, refletindo as diferentes condições produtivas. As mudas são produzidas principalmente em bandejas com substrato, a partir de pontas de estolões obtidas da multiplicação de plantas matrizes provenientes da propagação in vitro. No Brasil, o cultivo sem solo de morangueiro é ainda incipiente e os resultados produtivos e econômicos têm sido insatisfatórios, principalmente por falta de informações de pesquisas capazes de indicar sistemas apropriados de cultivo para as condições locais. É necessário desenvolver sistemas sustentáveis, preferencialmente fechados, combinando alta produtividade e elevada eficiência de utilização da água e dos nutrientes. No presente trabalho, são revisados os principais aspectos da produção em sistemas de cultivo sem solo de mudas e fruta de morangueiro. São descritos a produção de mudas, os sistemas e as soluções nutritivas empregadas em diferentes países. Ao final, são feitas inferências sobre a possibilidade de adoção e geração do sistema de cultivo sem solo apropriado para as condições brasileiras.Strawberry is a very important crop in Europe and USA due to its nutritional and sensorial

  1. Atributos do solo e crescimento do milho decorrentes da adição de lodo anaeróbio da estação de tratamento de efluentes da parboilização do arroz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giúlia D'Avila Vieira

    2011-04-01

    Full Text Available O resíduo do processo de parboilização do arroz apresenta alta quantidade de elementos como N e P, dentre outros, que, uma vez incorporados ao solo, poderão servir como fonte de nutrientes. Nesse sentido, o presente trabalho avaliou alguns atributos de um Argissolo, a produção de massa seca e o estado nutricional do milho cultivado após a adição de lodo anaeróbio originado do processo de parboilização do arroz. O experimento foi instalado em vasos com capacidade para 4,0 kg de solo e com quatro repetições. Foram estudados os seguintes tratamentos: testemunha; adubação NPK; 2,15, 4,31, 8,62, 12,93, e 17,24 g kg-1 de lodo (base seca no solo. A aplicação de lodo aumentou o rendimento de matéria seca do milho, assim como os valores de pH, condutividade elétrica e os teores de N, P, K e Na do solo. As doses de lodo aumentaram também os teores de N, P e K e diminuíram os de Ca e Mg, da parte aérea do milho.

  2. Extratores de cápsulas porosas para o monitoramento da condutividade elétrica e do teor de potássio na solução de um solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Ênio Farias de França e

    2000-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar a utilização de extratores de cápsulas porosas no monitoramento da condutividade elétrica e da concentração de potássio na solução do solo, em uma área cultivada com tomates e fertirrigada com três níveis de potássio e frequências de aplicação de um e três dias. Os valores de condutividade elétrica e concentração de potássio encontrados na solução do solo foram corrigidos para a umidade da pasta saturada, em função das diferentes umidades do solo no momento da extração. Os valores de condutividade elétrica obtidos com os extratores de cápsulas porosas e corrigidos para a umidade da pasta subestimaram os medidos no extrato da pasta saturada em torno de 16%. Para as concentrações de potássio, a mesma tendência foi observada, sendo a magnitude cerca de 10%. Os coeficientes de determinação (R² foram superiores a 0,7 para as duas variáveis analisadas. A condutividade elétrica e a concentração de potássio podem ser avaliadas utilizando-se extratores de solução, com precisão razoável.

  3. INFLUÊNCIA DA CARCINICULTURA SOBRE A SALINIZAÇÃO DO SOLO EM ÁREAS DO MUNICÍPIO DE GUAMARÉ/RN.

    OpenAIRE

    Ferreira, Douglisnilson de Moraes; de Melo, Jailson Vieira; Costa Neto, Leão Xavier da

    2008-01-01

    O município de Guamaré está localizado no litoral norte do Rio Grande do Norte, na microrregião de Macau, com uma área territorial de 259 km2 e população de aproximadamente 9700 habitantes (IBGE, 2006). Apresenta acentuada instabilidade morfológica ocasionada, principalmente, pela influência de atividades antrópicas como a carcinicultura e salineira. Essas atividades vêm gerando hipersalinidade residual do solo e da água, fator pelo qual, atualmente, praticamente toda a água dos mananciais da...

  4. Qualidade da matéria orgânica de solos sob cultivo de café consórciado com adubos verdes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marino Salgarello Coelho

    2013-12-01

    Full Text Available O aporte de resíduos orgânicos, associado ao processo de humificação, promove melhoria dos atributos do solo e garante ao agricultor a manutenção do sistema produtivo. As leguminosas visam, além do fornecimento de nutrientes para o café, melhorar a qualidade da matéria orgânica do solo com a formação das substâncias húmicas. O objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto do uso de leguminosas, como adubo verde, na qualidade das substâncias húmicas em solos sob café em duas condições edafoclimáticas na Zona da Mata de Minas Gerais. Foram cultivados amendoim forrageiro, calopogônio, estilosantes, mucuna e espécies espontâneas durante quatro anos, em duas propriedades de agricultores familiares. Após quatro anos, realizaram-se a coleta de solo, extração e purificação das SH para obtenção dos ácidos fúlvicos (AFs e húmicos (AHs. Foram realizadas análise elementar (CHNO, UV-visível, infravermelho e termogravimetria do material purificado. Os resultados evidenciaram que os AHs possuem maior peso molecular, hidrofobicidade, condensação, e compostos aromáticos com maior teor de C, conferindo maior estabilidade estrutural em relação aos AFs. O ambiente voltado para a face sul, com menor incidência de luz, menor temperatura e maior umidade, possui substâncias húmicas estruturalmente mais estáveis e resistentes à degradação do que as extraídas de solo voltado para o noroeste. O tratamento com calopogônio apresentou baixo teor de C e elevado teor de O na composição dos AFs, caracterizando compostos de menor estabilidade estrutural em relação aos AFs, sob os tratamentos com estilosantes, mucuna e espontâneas. Nos AHs, o uso das leguminosas apresentaram resultados semelhantes.

  5. Semeadura de milho em solo sob preparo reduzido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W. Boller

    1998-03-01

    Full Text Available Para avaliar a viabilidade da implantação da cultura do milho em solo sob preparo reduzido, em dezembro de 1988, instalou-se um experimento em um Latossolo Vermelho-Escuro distrófico, no município de Passo Fundo (RS. Na testemunha, o preparo do solo foi realizado por meio de uma escarificação mais uma gradagem com grade leve. Nos demais cinco tratamentos, o solo foi preparado por meio de uma operação conjugada (escarificador equipado com rolo destorroador. Na testemunha e em um dos tratamentos sob preparo conjugado, não foram realizadas adaptações na semeadora-adubadora. Nos demais tratamentos, foram adaptados discos de corte ondulados, ou secções de rolos destorroadores, na frente das linhas da semeadora. A percentagem de cobertura do solo, dois dias após a semeadura, foi significativamente menor (Tukey ao nível de 5% na testemunha, enquanto nos demais tratamentos, caracterizados como conservacionistas, não se perceberam diferenças. O diâmetro médio geométrico (DMG dos agregados do solo não apresentou diferenças significativas entre os tratamentos, porém os agregados coletados nas linhas apresentaram DMG significativamente menores do que aqueles encontrados nas entrelinhas. A velocidade de absorção de água pelas sementes, o comprimento médio ponderado das radículas, o índice de velocidade de emergência e o estande inicial de plantas de milho não variaram significativamente em função dos tratamentos. Os resultados evidenciam que o preparo conjugado do solo por meio de um escarificador equipado com um cilindro destorroador permitiu implantar a cultura do milho, sem a necessidade de operações de preparo secundário (gradagens e sem requerer adaptações na semeadora-adubadora.

  6. Correlação entre a resposta do algodoeiro à adubação fosfatada e a análise química do solo, nas condições do Estado de São Paulo Correlation between cotton responses to phosphorous fertilization and chemical analysis on State of São Paulo soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milton Geraldo Fuzatto

    1966-01-01

    Full Text Available Uma regressão múltipla, descrevendo a resposta do algodoeiro à adubação fosfatada em função do teor de PO4-3 solúvel e da acidez do solo, aquêle dado por dois métodos de análise, é discutida em 126 experimentos de adubação realizados em vários tipos de solo do Estado de São Paulo. Em geral, o índice de acidez se mostrou tão importante quanto o teor de fósforo solúvel, para explicar o efeito da adubação fosfatada, sendo maiores êstes, em solos mais ácidos. Os dois métodos de análise de fósforo no solo, utilizando respectivamente ácido sulfúrico 0,05 Ne ácido oxálico + oxalato de potássio N,como soluções extratoras, foram comparados no estudo das correlações. A separação dos ensaios em dois grupos, se conduzidos em solos argilosos ou arenosos, revelou interação entre os métodos de análise e êsses grupos, o que possibilitou apreciar as vantagens e inconvenientes de cada método, nas condições estudadas.In this paper the correlation between cotton responses to phosphorus application and chemical analysis of soils is discussed, based on 126 experiments conducted in the State of São Paulo. The results indicate the possibilities of estimating the effects due to phosphorous fertilization on the basis of the amount of soluble phosphorus and soil acidity, by means of a multiple regression equation. Two methods of chemical analysis, utilizing respectively sulphuric acid 0.05 Nand oxalic acid + potassium oxalate N,as extractor of phosphorus, were compared in the correlation studies. Both method show advantages and inconvenients, mainly when applied specifically to the clay or sandy soils. It was suggested that another method, with extraction capacity intermediate to those discussed, would be more appropriate for fertilizer recomen-dations, irrespective of the soil types considered.

  7. Soil CO2 emission of sugarcane fields as affected by topography Emissão de CO2 do solo sob cultivo de cana-de-açúcar em função da topografia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liziane de Figueiredo Brito

    2009-02-01

    Full Text Available The spatial and temporal variation of soil CO2 emission is influenced by several soil attributes related to CO2 production and its diffusion in the soil. However, few studies aiming to understand the effect of topography on the variability of CO2 emissions exist, especially for cropping areas of tropical regions. The objective of this study was to evaluate the spatial and temporal changes of soil CO2 emission and its relation to soil attributes in an area currently cropped with sugarcane under different relief forms and slope positions. Mean CO2 emissions in the studied period (seven months varied between 0.23 and 0.71, 0.27 and 0.90, and 0.31 and 0.80 g m-2 h-1 of CO2 for concave (Conc, backslope (BackS and footslope (FootS positions, respectively. The temporal variability of CO2 emissions in each area was explained by an exponential relation between the CO2 emission and soil temperature and a linear relation between CO2 emission and soil water content. The Q10 values were 1.98 (± 0.34, 1.81 (± 0.49 and 1.71 (± 0.31 for Conc, BackS and FootS, respectively. Bulk density, macroporosity, penetration resistance, aggregation and oxidizable organic carbon content explain the changes in soil CO2 emission observed, especially when the Conc position was compared to BackS. The effect of relief form and topographic position on soil CO2 emission variation was dependent on the time of measurement.A variação temporal e espacial da emissão de CO2 solo-atmosfera é influenciada por inúmeros atributos do solo relacionados à produção de CO2 e à difusão do gás no solo. Ainda são escassos, entretanto, estudos visando compreender o efeito da topografia na variação da emissão deste gás, especialmente em áreas agrícolas da região tropical. O objetivo deste trabalho foi estudar a variação temporal e espacial da emissão de CO2 solo-atmosfera e sua relação com atributos do solo em área de cultivo de cana-de-açúcar sob diferentes formas de

  8. Atributos dos solos e riscos de lixiviação de metais pesados em solos tropicais / Soil attributes and risk of leaching of heavy metals in tropical soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milton César Costa Campos

    2010-12-01

    Full Text Available A influência nociva dos íons metálicos no ecossistema via contaminação das águas, dos solos e consequentemente dos organismos vivos nos últimos anos têm despertado grande interesse na compreensão do comportamento e dos mecanismos de transporte dos metais no solo e em outros compartimentos do ambiente. Sendo assim, o objetivo desta revisão foi discutir aspectos do solo e suas relações com o comportamento dos metais pesados e seus possíveis riscos de lixiviação. É sabido que de maneira geral, os metais pesados comportam-se no solo dependendo dos seguintes atributos, pH, quantidade de matéria orgânica, potencial redox, tipologia e quantidade da argila. Por outro lado, em ecossistemas tropicais, onde predominam solos altamente intemperizados, a movimentação dos metais pesados no perfil do solo é governada principalmente pelo regime hídrico, capacidade de retenção do solo e posição do solo na paisagem. Apesar da importância do tema, os estudos ainda são bastante incipientes e preliminares, necessitando de investigações mais aprofundadas que enfatize as particularidades de cada elemento e suas interações no solo em ecossistemas tropicais, possibilitando o estabelecimento de ações preventivas para evitar a contaminação dos recursos naturais.

  9. Mobilidade de metais pesados em solo tratado com resíduo siderúrgico ácido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N. M. B. Amaral Sobrinho

    1998-06-01

    Full Text Available Amostras do horizonte Bt de um Podzólico Vermelho-Amarelo (PV, predominante no aterro-piloto de resíduos industriais (ARSI da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN, foram acondicionadas, em 1992, em colunas de vidro com 5,4 cm de diâmetro e 37 cm de altura. Sobre essas amostras de solo foram colocadas amostras de um resíduo ácido da CSN na proporção solo-resíduo de 4:1 (conforme a concepção básica do projeto do ARSI. Tal sistema resíduo-solo foi lixiviado com 50 volumes-poro de água deionizada, com pH 4,5, com o objetivo de avaliar a movimentação de Cr, Mn, Ni, Cu, Zn, Cd e Pb nas colunas. Depois da lixiviação, removeu-se o resíduo do topo das colunas, e seccionaram-se as amostras de solo em 4 partes iguais. Os metais pesados das amostras do resíduo e do solo foram extraídos seqüencialmente. 0 Pb, Cu e Cr mobilizados do resíduo ficaram retidos nos primeiros 5 cm da coluna de solo. 0 Zn, Mn, Ni e Cd tiveram aumento da concentração em profundidade. Nos efluentes das colunas com o resíduo, foram observadas concentrações de Mn e Ni bem superiores aos padrões permitidos pela Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente (FEEMA, 1985.

  10. Regional scale modeling of erosion related to land cover evolution: a case study in brazilian southeastern region Modelagem em escala regional da erosão relacionada com a evolução da cobertura do solo: um estudo de caso no sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Marco Da Silva

    2008-12-01

    Full Text Available Accelerated soil erosion is, at present, one of the most widespread environmental problems in the world. Geographic Information Systems (GIS have become an essential tool in soil erosion studies and consequently in the development of appropriate soil conservation strategies. The objective of this paper was to assess the degree of soil erosion associated with land cover dynamics through GIS analysis and to validate the modeling with indicators of soil erosion. Universal Soil Loss Equation (USLE model, GIS technology and ground-truth dataset (erosion indicators were employed to elaborate the soil loss maps for four dates at Sorocaba Municipality (SP, Brazil. It was verified that, although the predicted soil loss rate is normally small along the study area, such rate is significantly greater than the soil formation rate. This shows a non-sustainable situation of soil and land cover management. Unplanned urban expansion seems be the main driving force that acts in increasing the erosion risk/occurrence along the study area.A erosão acelerada é um dos maiores problemas ambientais ocorrentes em larga escala na atualidade. Por sua vez, Sistemas de Informação Geográfica (SIG tornou-se uma ferramenta essencial em estudos de erosão e conseqüentemente no desenvolvimento de estratégias apropriadas para a conservação do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o grau de erosão do solo associada com a dinâmica da cobertura do solo através de uma análise geoespacial e validar a modelagem com indicadores de erosão. Utilizou-se a Equação Universal de Perda de Solo (EUPS, recursos de SIG e dados de campo (indicadores de erosão para elaborar os mapas de perda de solo para quatro datas para o município de Sorocaba (SP, Brasil. Verificou-se que, embora a taxa de perda de solo ao longo da área de estudo é normalmente baixa, esta taxa é expressivamente maior que as taxas de formação do solo. Isto mostra uma situação não sustentável de

  11. Vulnerabilidade Natural do Solo de Silveira Martins-RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franciele Francisca Marmentini Rovani

    Full Text Available A análise ambiental, com base nos processos de morfogênese e pedogênese, possibilita informações importantes para a elaboração de políticas públicas visando o uso e ocupação da paisagem de maneira sustentável. Com isso, objetivou-se identificar os diferentes níveis de vulnerabilidade natural à perda de solo do município de Silveira Martins, RS. Foi elaborado um banco de dados espaciais em um ambiente de Sistemas de Informações Geográficas (SIG com auxílio do software Spring. O zoneamento da vulnerabilidade natural à perda de solo foi elaborado com base nas informações referentes à declividade, geomorfologia, geologia e solos de acordo com o grau de vulnerabilidade de cada informação, por meio da álgebra de mapas. Para o território municipal de Silveira Martins identificou-se a ocorrência de cinco classes. Destacam-se as unidades estáveis com predomínio dos processos formadores do solo (38,08% da área municipal, e as unidades moderadamente vulneráveis, prevalecendo os processos erosivos (53,67%. As áreas classificadas como moderadamente vulnerável e vulnerável (8,25%, correspondem a áreas com inclinações superiores a 25º e com formação geológica e geomorfológica menos estáveis. Nas unidades em que predominou a vulnerabilidade natural, sugere-se especial atenção em relação ao meio natural e aos agentes que o influenciam, visando boas práticas sociais associadas às políticas ambientais no processo de tomada de decisões econômicas, possibilitando a valorização e proteção do meio natural.

  12. A forma de aplicação da uréia e dos resíduos vegetais afeta a disponibilidade de nitrogênio The addition form of crop residues and urea interfers on nitrogen availability

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Ernani

    2005-04-01

    Full Text Available O método de aplicação dos resíduos vegetais e dos fertilizantes nitrogenados pode afetar as reações do nitrogênio no solo, principalmente no plantio direto. O presente trabalho objetivou avaliar esses efeitos na disponibilidade de N para o milho em dois solos, em casa-de-vegetação. Combinações de métodos (ausência, incorporada ou na superfície de adição de palha de aveia (0,4kg m-2 e uréia (50mg N kg-1 foram aplicadas em unidades experimentais (7dm³ vaso-1 de dois solos, perfazendo um fatorial 3 x 3 x 2. O milho foi semeado no dia da aplicação dos tratamentos e as plantas foram cultivadas durante trinta dias, sobre um Neossolo e um Nitossolo, respectivamente com 50 e 520g kg-1 de argila e 8 e 48g kg-1 de matéria orgânica. A aplicação de palha de aveia, principalmente sobre a superfície do solo, beneficiou o desenvolvimento das plantas, possivelmente pela manutenção de maior quantidade de umidade nos solos. A aplicação de uréia não afetou nenhum parâmetro vegetal no solo argiloso, talvez porque a decomposição da matéria orgânica liberou mais N do que a imobilização ocasionada durante a decomposição da palha; no solo arenoso, entretanto, a uréia foi benéfica quando incorporada ao solo, e prejudicial quando adicionada na superfície, provavelmente devido à toxidez de amônia. Dessa forma, o efeito da decomposição da palha de aveia na disponibilidade de N foi função do teor de matéria orgânica original do solo.Management of both crop residues and nitrogen fertilizers affects soil N reactions especially on no-till systems. The magnitude of these effects on N availability to maize was evaluated in a greenhouse study. Combinations of oat straw and urea (absence, soil incorporated or surface applied were added to experimental units (7-dm³ per pot of two soils, in a 3 x 3 x 2 factorial combination. Plants were sown just following treatments addition, and grown for thirty days in two soils (Typic

  13. MICRONUTRIENTES NOS SOLOS DO MUNICÍPIO DE SANTA CRUZ DO SUL, RS, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcido Kirst

    2007-12-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo principal avaliar a fertilidade dos solos do município de Santa Cruz do Sul, RS, Brasil, em relação aos micronutrientes zinco, ferro, manganês, cobre e boro, baseado nos laudos técnicos de análise de solo realizados pelo Laboratório de Solos da Universidade de Santa Cruz do Sul, no período de 2001 a 2005. Ao todo, 3548 laudos de solo foram interpretados. As técnicas analíticas para a determinação destas variáveis seguiram a metodologia utilizada pela Rede Oficial de Laboratórios de Análises de Solos e Tecido Vegetal do Rio Grande do Sul e Santa Catarina (ROLAS. Os resultados indicaram que a avaliação da fertilidade dos solos do município apresentou altas concentrações  dos micronutrientes zinco, cobre, manganês e ferro e concentrações médias de boro, indicando adequadas condições de fertilidade para as culturas predominantes na região.

  14. Crescimento inicial de mudas de pinheira e goiabeira em solo salino-sódico com corretivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jordânia Xavier de Medeiros

    2014-06-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar o efeito do gesso agrícola sobre os atributos químicos de um solo salino-sódico e o crescimento de mudas de goiabeira e pinheira. O trabalho foi realizado em casa de vegetação da UFCG/CSTR em Patos, PB. Amostras de um solo salino-sódico foram obtidas do Perímetro Irrigado de São Gonçalo. O experimento constitui-se de um tipo de solo, duas espécies, três doses de gesso agrícola (00, 100 e 200% da NG e 4 repetições. As parcelas foram distribuídas em DIC. As sementes de pinha e goiaba foram semeadas em tubetes e após 30, as mudas foram transplantadas segundo padronização do diâmetro do coleto, número de folhas, altura e transferidas para os solos salinizados, observando o crescimento através de medições semanais da altura das plantas por um período de 104 dias. Houve redução significativa nos teores de sódio no solo com o aumento do nível de gesso aplicado, o mesmo ocorrendo para o pH e melhoria nas propriedades químicas do solo. As mudas apresentaram redução na altura, número de folhas, na massa seca da parte aérea e da raiz com a aplicação do corretivo. A aplicação de gesso em solos salino-sódico para cultivo de goiaba e pinha não apresentou resultados satisfatórios.

  15. Correção da acidez do solo e controle do capim-sapé Soil acidity correction and control of sapé-grass

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margarida Mesquita Carvalho

    2000-02-01

    Full Text Available RESUMO - Um experimento de campo foi realizado para verificar o efeito da correção da acidez do solo sobre o controle do capim-sapé (Imperata brasiliensis, gramínea invasora de pastagens. Pastagem de capim-gordura (Melinis minutiflora em Latossolo Vermelho-Amarelo, com intensa infestação de capim-sapé foi usada. Os tratamentos consistiram de cinco doses de calcário dolomítico (0, 1, 2, 4 e 6 t/ha, incorporado ao solo manualmente com auxílio de enxada, à profundidade de 20 cm, após gradagem das parcelas. Um tratamento extra, sem calcário e gradagem foi adotado. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições. No período de 33 meses de duração do experimento, foram feitos três cortes da vegetação aérea e duas amostragens de solo. Não houve efeito das doses de calcário sobre a produção de matéria seca do capim-sapé e das outras espécies (capim-gordura, Brachiaria decumbens e invasoras de folhas largas, apesar de terem ocorrido alterações nas características químicas do solo. A correção da acidez do solo, quando associada às correções das principais deficiências nutricionais, pode controlar o capim-sapé, ao estimular o crescimento das forrageiras.ABSTRACT - A field experiment was conducted to determine the effect of acid soil correction, on the control of the sapé (Imperata brasiliensis, a grass type weed of pasture. A molasses grass (Melinis minutiflora pasture in a red-yellow latosol, having a high proportion of "sapé" was used. Treatments consisted of five levels of dolomite limestone (0, 1, 2, 4 and 6 t/ha incorporated by hand using a garden tool to the top 20 cm of soil following a mechanical tillage of the plots (disking. An additional treatment without disking and without lime was adopted. The experimental design was randomized blocks with four replications. During the 33 months of the experimental period, three harvests and two soil samplings were performed. There were no

  16. Relação entre padrões de uso e ocupação do solo e qualidade da água em uma bacia hidrográfica urbana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Cunha Menezes

    Full Text Available RESUMO O uso e a ocupação do solo alteram sensivelmente os processos físico-químicos e biológicos dos sistemas naturais. Dessa forma, os mananciais de superfície são integradores dos fenômenos ocorrentes sobre a área da bacia hidrográfica. Assim, os objetivos do trabalho foram explorar a variabilidade temporal e espacial da qualidade da água e avaliar as possíveis relações entre os padrões de uso e ocupação do solo da bacia hidrográfica do Ribeirão Vermelho. Foram coletadas amostras de água em dois períodos (verão e inverno e em 15 seções ao longo do curso d'água. Verificou-se forte influência temporal e espacial na qualidade das águas, e foram apresentadas no período de inverno as maiores concentrações de nutrientes (Cl-, P, NO3 -, condutividade elétrica e matéria orgânica. Esses valores interferem nos valores do Índice de Qualidade da Água, que varia entre 84 e 9 no período do verão e 66 e 6 no inverno. Quanto à trofia dos mananciais, foram encontrados valores médios de Índice de Estado Trófico de 30 no período chuvoso e de 93 no inverno. No tocante aos padrões de uso do solo, observaram-se fortes relações na qualidade da água nos dois períodos avaliados; a principal fonte de contaminação são as áreas urbanas. O Ribeirão Vermelho e seus afluentes apresentam forte influência das formas de uso e ocupação do solo confirmada pela entrada de matéria orgânica e de nutrientes nos sistemas hídricos por meio do lançamento de esgoto doméstico sem tratamento e pela agropecuária na rede de drenagem da bacia.

  17. Influência da temperatura e do teor de humidade do solo na área foliar e acumulação de matéria seca durante o estabelecimento da ervilha, do milho e do girassol Influence of temperature and soil moisture on leaf area and dry matter accumulation during establishment of pea, maize and sunflower

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. A. Andrade

    2007-07-01

    Full Text Available O crescimento foliar e a acumulação de matéria seca durante o estabelecimento da ervilha (Pisum sativum L., var. Ballet, do milho (Zea mays L., var. Lorena e do girassol (Helianthus annuus L., var. Flora-sol foram estudados em função da temperatura e do teor de água num solo Pmg(Évora e num Cb (Lisboa, entre Junho de 1995 e Novembro de 1996. Mediu-se a temperatura do solo a 2 e 4 cm de profundidade, a temperatura do ar e a humidade do solo. A área foliar das plântulas foi estimada a partir de medições do comprimento e da largura de cada folha. A acumulação de matéria seca foi avaliada pela pesagem da parte aérea das plântulas após secagem em estufa. Os dados foram analisados com base no conceito de tempo térmico. Para teores de humidade superiores a 50% da capacidade utilizável de cada solo, a área foliar durante o estabelecimento da ervilha e do milho aumentou linearmente com a temperatura acumulada, enquanto que a do girassol aumentou exponencialmente durante o mesmo período. A relação entre a acumulação de matéria seca de qualquer das culturas e a temperatura acumulada foi exponencial. O tipo de solo influenciou significativamente o “início da expansão foliar” da ervilha e do girassol, a “taxa térmica de expansão foliar” do milho e a acumulação de matéria seca da ervilha e do milho. O “início da expansão foliar” da ervilha ocorreu mais cedo no solo Cb enquanto que o do girassol ocorreu mais cedo no solo Pmg. A expansão foliar do milho foi mais rápida no solo Pmg. A acumulação de matéria seca da ervilha foi mais rápida no solo Cb, enquanto que a do girassol foi mais rápida no solo Pmg. Em ambos os solos, baixos teores de humidade afectaram negativamente a expansão da área foliar e a acumulação de matéria seca.Leaf area expansion and accumulation of dry matter during the establishment of pea (Pisum sativum L., var. Ballet, maize (Zea mays L., var. Lorena and sunflower (Helianthus annuus

  18. Estimation of water retention and availability in soils of Rio Grande do Sul Estimativa da retenção e disponibilidade de água em solos do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Miguel Reichert

    2009-12-01

    Full Text Available Dispersed information on water retention and availability in soils may be compiled in databases to generate pedotransfer functions. The objectives of this study were: to generate pedotransfer functions to estimate soil water retention based on easily measurable soil properties; to evaluate the efficiency of existing pedotransfer functions for different geographical regions for the estimation of water retention in soils of Rio Grande do Sul (RS; and to estimate plant-available water capacity based on soil particle-size distribution. Two databases were set up for soil properties, including water retention: one based on literature data (725 entries and the other with soil data from an irrigation scheduling and management system (239 entries. From the literature database, pedotransfer functions were generated, nine pedofunctions available in the literature were evaluated and the plant-available water capacity was calculated. The coefficient of determination of some pedotransfer functions ranged from 0.56 to 0.66. Pedotransfer functions generated based on soils from other regions were not appropriate for estimating the water retention for RS soils. The plant-available water content varied with soil texture classes, from 0.089 kg kg-1 for the sand class to 0.191 kg kg-1 for the silty clay class. These variations were more related to sand and silt than to clay content. The soils with a greater silt/clay ratio, which were less weathered and with a greater quantity of smectite clay minerals, had high water retention and plant-available water capacity.Informações dispersas sobre retenção e disponibilidade de água em solos podem ser agrupadas em bancos de dados para gerar funções de pedotransferência. Os objetivos do trabalho foram: gerar equações de pedotransferência para estimar a retenção de água a partir de atributos do solo de fácil obtenção; avaliar a eficiência de pedofunções existentes para várias regiões para a estimativa da

  19. Fluxo difusivo de fósforo em função de doses e da umidade do solo Influence of phosphorus doses and soil moisture on diffusion flow

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José P. V. da Costa

    2006-12-01

    Full Text Available A difusão é o mecanismo mais expressivo do transporte do fósforo no solo e depende de vários fatores, como o conteúdo volumétrico de água, a interação fósforo-colóide do solo, a distância da fonte às raízes, o teor e a temperatura do solo. Avaliaram-se os efeitos do conteúdo volumétrico de água e de doses de fósforo no seu fluxo difusivo no solo, em amostras da camada superficial de cinco solos. O experimento consistiu do arranjo fatorial 5 x 8 x 5, referente a cinco materiais de solo, oito níveis de umidade e cinco doses de fósforo, dispostos em blocos ao acaso, com quatro repetições. Como unidade experimental foram utilizados anéis de PVC com volume útil de 360 cm³, que serviram como câmara de difusão. Para avaliação do fluxo difusivo de fósforo nas amostras foram utilizadas lâminas de resina de troca aniônica (IONICS 204UZRA. Pelos resultados, constatou-se que o fluxo difusivo sofre influência da umidade do solo e das doses de fósforo aplicadas.The main phosphorus transport mechanism in the soil is diffusion, which is influenced by several soil factors, such as volumetric water content, phosphorus-colloid interaction, distance between source and roots, content and temperature. The effects of the soil water content and phosphorus doses on the diffusion flow into soil were assessed in samples from the superficial layers of five soils. The treatments were arranged in a 5 x 8 x 5 factorial design corresponding, respectively, to five soils, eight moisture levels and five phosphorus doses. A completely randomized block design with four replications was used. The experimental unit was a PVC ring with a volume of 360 cm³, which acted as a diffusion chamber. Anionic exchange resin slides (IONICS 204UZRA were utilized to assess the phosphorus diffusion flow. Results indicated that the diffusion flow was influenced by phosphorus doses and moisture content.

  20. Aumento de matéria orgânica num latossolo bruno em plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Costa Falberni de Souza

    2004-01-01

    Full Text Available O aumento do estoque de matéria orgânica do solo em sistemas conservacionistas de manejo é dependente do tipo de solo e das condições climáticas, e tem reflexos na qualidade física do solo. Neste estudo, avaliou-se um experimento de longa duração (21 anos quanto ao efeito do sistema plantio direto (PD sobre os estoques de carbono orgânico total (COT e particulado (COP, >53mm, bem como a sua relação com a estabilidade de agregados de um Latossolo Bruno, em Guarapuava, PR. O solo em PD apresentou taxa de incremento de 0,15Mg ha-1 ano-1 de COT e 0,06Mg ha-1 ano-1 de COP na camada de 0-20cm, as quais foram calculadas em comparação aos estoques de carbono orgânico do solo em preparo convencional. As baixas taxas de incremento nos estoques de carbono orgânico possivelmente estejam relacionadas à alta estabilidade física da matéria orgânica neste solo argiloso e com mineralogia predominantemente gibsítica. O diâmetro médio geométrico (DMG dos agregados de solo variou de 1,6 a 3,7mm e foi positiva e linearmente relacionado com os teores de COT e COP, o que reforça a importância da matéria orgânica na qualidade física de Latossolos subtropicais.

  1. Propriedades físico-hídricas do solo e demanda energética de haste escarificadora em Argissolo compactado.

    OpenAIRE

    MENTGES, M. I.; REICHERT, J. M.; ROSA, D. P. da; VIEIRA, D. A.; ROSA, V. T. da; REINERT, D. J.

    2010-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da compactação nos atributos físico-hídricos do solo e na demanda energética da haste escarificadora, além de avaliar as propriedades físico-hídricas abaixo da profundidade de trabalho da haste. O trabalho foi conduzido em Argissolo Vermelho-Amarelo de textura francoarenosa, com os seguintes tratamentos: plantio direto por 13 anos; plantio direto por 13 anos em solo escarificado; plantio direto em solo com compactação adicional; e plantio direto ...

  2. Modelagem geoestatística da distribuição de carbono do solo e biomassa de herbáceas em sistema silvopastoril.

    OpenAIRE

    Marystella Duarte Correia

    2013-01-01

    Estudos de algumas regiões semiáridas têm apontado o efeito benéfico de certas espécies de árvores em sistemas silvopastoris, por promoverem a formação de fertilidade do solo e aumentarem a sustentabilidade da produtividade agrícola. Neste trabalho, foram selecionadas três espécies arbóreas encontradas em pastagens de Capim buffel (Cenchrus ciliaris), juazeiro (Zyziphus joazeiro), umbuzeiro (Spondias tuberosa) e algaroba (Prosopis juliflora) da caatinga, bioma exclusivamente brasileiro,...

  3. CONDIÇÕES DO SOLO SOB APLICAÇÃO DE EFLUENTES DA BOVINOCULTURA LEITEIRA COMO FONTE DE IRRIGAÇÃO. SOIL CONDICTIONS WITH APPLICATION OF DAIRY CATTLE EFFLUENT BY IRRIGATION.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LUIS F. POLESI

    2008-12-01

    Full Text Available A degradação do meio ambiente é preocupante, dado a importância dos recursos naturais para avida no planeta. Com o crescente aumento do confinamento dos bovinos de leite esse problematem aumentado devido a grande produção de efluente. Assim, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a contaminação do solo com irrigação de água residuária da bovinocultura leiteira. Aplicou-se a água residuária em vasos apenas com solo, dentro de ambiente protegido, sendo usado mais dois tratamentos, um com água residuária sem partículas sólidas, e outro sem partículas sólidas mais adubo superfosfato simples, além da testemunha. Os principais resultados encontrados foram: (1 a água residuária apresentou elevados teores de Cu e Fe, em relação a limites estabelecidos por órgãos nacionais e internacionais; (2 o solo mostrou níveis normais de marcro e micronutrientes, não apresentando contaminação por metais pesados. Assim, concluí-se que a utilização de água residuária da bovinocultura leitra para irrigação, não causou contaminação do solo.

  4. RESPOSTA DO TOMATEIRO A DIFERENTES TENSÕES DE ÁGUA NO SOLO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Rangel Rodrigues

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivou-se com esse trabalho avaliar a resposta do tomateiro (Solanum lycopersicon L., híbrido Dominador F1, a diferentes tensões de água no solo. O experimento foi conduzido em casa de vegetação na Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG. Os tratamentos constituíram-se de seis tensões de água no solo (20, 45, 70, 95, 120 e 145 kPa, com quatro repetições, em um delineamento em blocos casualizados. As variáveis avaliadas foram: produção total, altura da planta, diâmetro do caule, acidez titulável e lâmina aplicada. Os resultados demonstraram que, com exceção da acidez titulável, as demais variáveis avaliadas apresentaram menores valores com o aumento da tensão de água no solo. Para a obtenção de maior produção de frutos do tomateiro Dominador F1, as irrigações devem ser realizadas quando a tensão de água no solo, a 0,20 cm de profundidade, estiver em torno de 45 kPa.

  5. ALTERAÇÕES DOS ATRIBUTOS FÍSICO-QUÍMICOS DA CAMADA SUPERFICIAL DO SOLO EM RESPOSTA À AGRICULTURA COM SOJA NA VÁRZEA DO TOCANTINS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elainy Cristina Alves Martins Oliveira

    2015-12-01

    Full Text Available O uso do solo com cultivos anuais durante longo tempo, especialmente quando são utilizados manejos não conservacionistas, como arações e gradagens, normalmente são responsáveis pela degradação mais intensa de suas propriedades. Este trabalho avaliou as propriedades do solo em três áreas sob cultivo agrícola e uma área nativa de Cerrado, verificando as alterações ocorridas nos atributos físico-químicos do solo após dois, cinco e oito anos sob plantio de soja. As amostras de solo foram coletadas na Fazenda Praia Alta, no município de Lagoa da Confusão - TO, onde a soja é cultivada no período de entressafra (maio-junho, em várzea irrigada, sob regime de subirrigação. A análise físico-química do solo quantificou pH, matéria orgânica (MO, P, S, K, Ca, Mg, Al, H + Al, CTC, SB, Na, Zn, B, Cu, Fe, Mn, argila, silte e areia. Os resultados mostraram evidências que o tempo de uso do solo com agricultura tecnificada, influencia as propriedades do solo; o tempo de cultivo do solo parece influenciar as modificações nos atributos naturais de áreas de várzea alagável no Cerrado. Palavras-chave: nutrientes, propriedades do solo, plantio direto. DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v5n4p56-62

  6. Dinâmica da mobilização de elementos em solos da Amazônia submetidos à inundação Dinamics of elements in soils from Amazonia after controlled inundation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hedinaldo Narciso Lima

    2005-09-01

    Full Text Available Parte significativa de solos da Amazônia permanece saturada ou inundada por períodos que podem variar de alguns dias a vários meses, em decorrência de enchentes ou deficiência de drenagem em algumas áreas, resultando em alterações químicas, físicas e biológicas nos solos. Este trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar a dinâmica da mobilização de Al, Ca, Fe, K, Mg, Mn, Na, Si e P em solos da Amazônia submetidos a inundação. Amostras de vários solos foram submetidas à inundação durante seis meses. Alíquotas da solução foram coletadas periodicamente durante o tempo de inundação e determinaram-se os teores dos diversos elementos em solução. A inundação influenciou a cinética dos elementos, com aumento da mobilização dos mesmos, principalmente, nas primeiras semanas. Os teores de Fe em solução foram mais elevados para os solos mais ricos em Fe amorfo. Em amostras com baixos teores de Fe amorfo e baixo conteúdo de matéria orgânica, os teores de Fe em solução foram muito reduzidos. O teor de P em solução foi influenciado por todas as formas de P. O P ligado ao Fe foi a forma que maior influência exerceu sobre o teor de P solúvel. Os teores dos cátions Ca, Mg, K e Na, em solução, foram diretamente influenciados por seus respectivos teores trocáveis, bem como pela cinética do Fe e do Mn.Significant part of Amazonia soils stays partially or completely waterlogged for varying periods of days to months, as result of widespread inundation or drainage deficiency in some areas, causing changes in chemical, physical and biological properties. In this work, we aimed to evaluate the dynamics of mobilization of Al, Ca, Fe, K, Mg, Mn, Na, Si, P in soils subjected to controlled six months inundation. Soil solution aliquots were collected periodically during the inundation period, determining all elements in solution. The inundation influenced the kinetics of elements, increasing their mobilization, notably in

  7. ANÁLISE E MAPEAMENTO DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO DA BACIA DO ALTO DO DESCOBERTO, DF/GO, POR MEIO DE CLASSIFICAÇÃO AUTOMÁTICA BASEADA EM REGRAS E LÓGICA NEBULOSA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Faria Nunes

    2015-02-01

    Full Text Available A Bacia do Alto do Descoberto é importante fonte de água para o Distrito Federal. Essa bacia tem apresentado ao longo dos anos expansão agrícola e urbana em detrimento das áreas de vegetação natural. A ocupação inadequada, assim como a falta de planejamento do uso e ocupação do solo, pode levar a alterações do escoamento superficial e, consequentemente, do ciclo hidrológico, a feições erosivas, à contaminação dos mananciais superficiais e subterrâneos e ao desequilíbrio do ecossistema da região. Portanto, o monitoramento e a análise do uso e ocupação do solo são imprescindíveis na prevenção desses impactos e na manutenção dos mananciais. Dessa forma, este estudo tem como objetivo o mapeamento e a análise comparativa do uso e ocupação do solo da Bacia do Alto do Descoberto entre os anos 1994 e 2011. As classificações de uso e ocupação do solo foram elaboradas utilizando um classificador orientado ao objeto baseado em regras e lógica nebulosa, permitindo uma análise dos avanços do uso do solo e a perda da cobertura vegetal da bacia. O sistema de classificação utilizado foi considerado bem-sucedido, com índice de exatidão temática (Kappa de 0,64. Apesar de ainda haver algumas confusões temáticas no processo de classificação, as análises comparativas entre as classes temáticas dos mapas dos referidos anos evidenciaram a forte expansão agrícola da região em aproximadamente 11% da área da bacia, bem como uma perda de vegetação natural.

  8. TAXAS DE RECUPERAÇÃO DE BORO POR EXTRATORES EM SOLOS DA BAHIA E DE MINAS GERAIS, NA PRESENÇA E AUSÊNCIA DE CALAGEM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Augusto dos Santos Neto

    2015-08-01

    Full Text Available As informações referentes às taxas de recuperação do boro pelo extrator em razão das doses adicionadas são escassas e necessárias para os sistemas de recomendação de adubação e corretivos. Esta pesquisa teve o objetivo de determinar as taxas de recuperação desse nutriente com água fervente e CaCl2 fervente em solos dos Estados da Bahia e Minas Gerais, na ausência e na presença de calagem. O experimento foi instalado em casa de vegetação, utilizando tratamentos em esquema fatorial (6 × 2 + 9 × 6, correspondendo a seis solos com e sem calagem, nove solos sem calagem e seis doses de B. Utilizaram-se blocos casualizados, com três repetições. As unidades experimentais foram constituídas por 0,6 dm3 de solo. A calagem foi calculada com base na análise de solo, seguindo a recomendação de calagem usada para o Estado de Minas Gerais. Após 15 dias de incubação, os solos receberam doses de B (0,0; 1,5; 3,0; 6,0; 9,0; e 15 mg dm-3, fazendo-se uma nova incubação por um período de 45 dias. Usou-se ácido bórico como fonte de B. Terminada a incubação, o teor de B disponível foi extraído com água fervente e CaCl2 5 mmol L-1 fervente, sendo a dosagem feita com azometina-H. Foram feitas análises de regressão e correlação para as diversas variáveis. O B extraído do solo com água fervente e o CaCl2 fervente, independentemente da calagem, aumentou linearmente com a elevação das doses aplicadas desse nutriente aos solos. Os extratores água fervente e o CaCl2fervente não são sensíveis à calagem. As taxas de recuperação de B dos solos pelos extratores usados variam de acordo com os teores de matéria orgânica, a quantidade e qualidade de argila e pelo equivalente de umidade. Os extratores utilizados foram altamente correlacionados entre si na extração do B do solo.

  9. Comportamento dinâmico de um modelo simples solo-estrutura

    OpenAIRE

    Gonçalves, Fábio André Vaz

    2012-01-01

    Dissertação para obtencão do Grau de Mestre em Engenharia Civil - Perfil Estruturas O comportamento de uma estrutura sujeita a cargas dinâmicas depende de características como a massa, a rigidez dos vários elementos e da capacidade de dissipação de energia. A resposta dinâmica da estrutura apoiada num solo depende das propriedades dinâmicas dos dois sistemas. A resposta do sistema é influenciada pelos efeitos de interacção solo-estrutura. Nesta dissertação estudou-se um m...

  10. Manejo de soja transgênica com glifosato e imazetapir: efeito sobre a mesofauna e microbiota do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Dufech Castilhos

    2010-10-01

    Full Text Available A estabilidade de diferentes organismos da mesofauna, como ácaros e colêmbolos, e a atividade microbiana do solo são indicadores de qualidade físico-química e biológica do solo. Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito de métodos de controle de plantas concorrentes sobre a qualidade do solo cultivado com soja transgênica. Neste contexto, foram cultivados dois genótipos de soja, geneticamente modificada (GMRR BRS 244 RR e não modificada (NM BRS 154, no Centro Agropecuário da Palma da Universidade Federal de Pelotas (CAP, nas safras de 2005/2006 e 2006/2007. Para o controle de plantas daninhas, testaram-se, tratamentos com glifosato, imazetapir e capina. Avaliaram-se populações de ácaros e colêmbolos, o carbono da biomassa microbiana, a respiração basal e o quociente metabólico do solo. Verificou-se que a aplicação dos herbicidas, principalmente de glifosato, em soja BRS 244 RR cultivada em Planossolo resultou em desestabilidade da mesofauna e maior atividade da biomassa microbiana.

  11. Tamanho da subamostra e representatividade da fertilidade do solo no sistema plantio direto Subsample size and soil fertility representativity in the no tillage system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jairo André Schlindwein

    2002-12-01

    Full Text Available Os corretivos e fertilizantes, quando aplicados de forma localizada, mantêm-se ao longo das linhas de cultivo no sistema plantio direto. Isto se reflete no aumento da variabilidade horizontal dos atributos químicos do solo, causando dificuldades para a coleta de amostras representativas do seu estado de fertilidade. Este trabalho foi desenvolvido em dois estudos, em solos cultivados no sistema plantio direto. O primeiro foi com objetivo de relacionar o tamanho da amostra e a variabilidade de fósforo e potássio disponíveis. Para isto, amostrou-se o solo de um experimento e de uma lavoura, em diferentes tamanhos de subamostras e camadas, em Latossolo Vermelho com adubação a lanço. O segundo estudo foi conduzido para testar a eficiência de equipamentos de amostragem com diferentes tamanhos, através da variabilidade dos atributos de fertilidade do solo e o seu efeito no número de subamostras para compor uma amostra composta, dentro de determinados limites de precisão. Para isto, amostraram-se duas lavouras em Latossolo Vermelho, na profundidade de 0-10cm, com trado de rosca e pá de corte; esta no tamanho de 5/10cm (espessura/largura na lavoura de adubação a lanço e 5cm pela largura da entrelinha na lavoura de adubação em linha. As amostras retiradas com trado de rosca apresentaram menores teores de matéria orgânica e potássio disponível na lavoura de adubação em linha e de fósforo disponível em ambos os modos de adubação. Nesta situação, também ocorreu maior variabilidade e, consequentemente, necessidade de coletar um maior número de subamostras para representar o estado de fertilidade no sistema plantio direto. Amostras com 5/10cm (espessura/largura, foram eficientes para representar o estado de fertilidade do solo com adubação a lanço no sistema plantio direto.Fertilizers and lime, when applieds on surface to soil or along crop rows in the no tillage system, increase its residual effect. This results in an

  12. Parâmetros físicos do solo relacionados com o avanço da frente de molhamento Physical parameters of soil related to wetting front advance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo da S. e Souza Filho

    2013-02-01

    Full Text Available Este estudo visou contribuir, no âmbito metodológico, nas áreas da ciência do solo e da irrigação, notadamente na microirrigação na obtenção "in situ" de parâmetros físicos e hídricos do Argissolo Vermelho Distrófico arênico (PVd. Foi projetado um sistema "multigotejador" cuja aplicação está vinculada aos princípios do "Método do Gotejador" na obtenção da condutividade hidráulica K(h e da curva de retenção de água no solo q(h. Vazões aplicadas de 2, 4 e 8 L h-1 e suas respectivas áreas de molhamento e de saturação, foram medidas no momento do equilíbrio dinâmico. O valor médio de sorptividade calculado foi de 2,68 cm h-0,5, sendo obtidos os valores de h = 2,22, b = 0,44 e hw = -2,29 cm de H2O. Usando-se os valores dos parâmetros do solo, a curva característica de retenção de água no solo (CCRAS e a função da condutividade hidráulica em função do conteúdo de água do solo, foram estimadas e representadas graficamente. A curva característica obtida com dados experimentais de campo não foi igual àquela obtida em laboratório, conforme metodologia padrão, mas foi possível obter uma função exponencial que permite corrigir os valores da umidade volumétrica do solo.The present study aimed to contribute, in the methodological way, to the field of Soil Science and Irrigation, more specifically microirrigation (targeted irrigation, to obtain hydro-physical parameters in situ, specially the hydrodynamic functions of a Paleudalf soil. A "multidrip" system, whose application is linked to the "Drip Method" principles, was designed to obtain hydraulic conductivity K(h and soil-water retention curve q(h. The system applied flow rates of 2, 4 and 8 L h-1 and their respective areas of wetting and saturation in the dynamic equilibrium moment were measured. The mean value of sorptivity calculated was 2.68 cm h-0.5, with values of h = 2.22, b = 0.44 e hw = -2.29 cm H2O. By using these values of soil parameters, the

  13. Efeito da mobilização do solo nas micorrizas arbusculares de cereais de Inverno Effects of soil management on arbuscular mycorrhizal fungi in autumn-sown crops

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I. Brito

    2007-01-01

    Full Text Available A mobilização do solo reduz a taxa de colonização por micorrizas arbusculares (MA uma vez que ao provocar a disrupção do micélio extraradicular, faz com que a colonização seja preferencialmente iniciada por fontes de inoculo de crescimento mais lento. Em solos pouco perturbados, o aumento da taxa de colonização micorrízica é normalmente associado, embora nem sempre, a uma vantagem comparativa destas plantas numa fase inicial do crescimento. No sentido de potenciar os benefícios proporcionados pela micorrização e numa óptica de sustentabilidade dos sistemas agrícolas, é fundamental o desenvolvimento de conhecimentos que elucidem sobre a ecologia funcional das MA nestes sistemas. O trabalho desenvolvido em condições de campo no Alentejo permitiu confirmar de forma clara que raízes de trigo e de triticale cultivados em sistema de sementeira directa (SD apresentaram uma taxa de colonização micorrízica superior, em cerca de 6 vezes, quando comparadas com raízes de plantas das mesmas espécies cultivadas em sistema de mobilização tradicional (MT. Os resultados obtidos indicam também que o triticale parece ser mais micotrófico que o trigo. Para uma melhor compreensão das implicações desta situação nas plantas desenvolveram-se ensaios em vasos. A perturbação do solo induzida pela mobilização foi reproduzida através da crivagem do solo por um crivo de 4mm. Vários parâmetros de crescimento da planta e de colonização micorrízica foram avaliados. Após 4 ciclos de 3 semanas de cultura de trigo com indução diferencial de estrutura ao nível do solo, todos os parâmetros de colonização micorrízica foram significativamente afectados. A colonização arbuscular, vesicular e por hifas foi maior em solo não perturbado. Presentemente esta metodologia de ciclos de perturbação do solo está a ser usada para avaliar diferentes aspectos da micorrização como sejam a sobrevivência de inoculo ao longo do Verão e a

  14. Nutrientes minerais na biomassa da parte aérea em culturas de cobertura de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Borkert Clóvis Manuel

    2003-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estimar as quantidades de nutrientes reciclados por cinco espécies vegetais utilizadas como culturas de cobertura do solo e que podem retornar ao solo pela mineralização da biomassa. Foram coletadas de vários experimentos amostras da matéria verde de aveia-preta (Avena strigosa Schreb, mucu-napreta (Stizolobium aterrimum Piper & Tracy, guandu (Cajanus cajan (L. Millsp, tremoço (Lupinus albus L. e L. angustifolius L. e ervilhaca (Vicia sativa L.. Foi estimado o rendimento de matéria seca e determinados os teores de N, P, K, Ca, Mg, Mn, Zn, Cu, e, a partir dessas concentrações, foram calculadas a média observada, a média estimada e o intervalo de confiança a 95% para cada nutriente dentro de cada classe de rendimento de matéria seca, em cada espécie vegetal. Os dados foram tabulados dentro de intervalos de classe de rendimento de matéria seca e apresentadas as quantidades estimadas de nutrientes minerais. Foram ajustadas equações para estimar as quantidades desses nutrientes. A aveia-preta e a ervilhaca reciclam grande quantidade de K, e a ervilhaca, a mucu-napreta, o tremoço e o guandu reciclam grande quantidade de N. Todas as espécies reciclam quantidades apreciáveis de Ca, Mg e micronutrientes, porém baixas quantidades de P. A rotação de culturas é um meio de implementar com sucesso o aumento das áreas de lavoura em semeadura direta.

  15. Efeito da saturação por bases sobre a atividade de fosfatases em um solo de tabuleiro costeiro cultivado com citros. I. Correlações entre a atividade enzimática e as diferentes características do solo alteradas pela calagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. F. Fernandes

    1998-09-01

    Full Text Available Neste trabalho, utilizaram-se amostras de um Podzol cultivado com citros, na Estação Experimental de Umbaúba, Umbaúba-SE (Centro de Pesquisa Agropecuária dos Tabuleiros Costeiros-EMBRAPA, para avaliar a atividade de fosfatases ácidas e alcalinas em solo de tabuleiro costeiro submetido a diferentes porcentagens de saturação por base (32, 45, 68 e 76,6%, bem como as relações entre essas atividades e algumas características do solo. Respostas positivas ao incremento da saturação por bases foram observadas para pH, teor de matéria orgânica, fósforo disponível e atividade de fosfatases ácidas e alcalinas, em seus respectivos valores de pH ótimo de 6,5 e 11,0, ao passo que a biomassa microbiana não foi alterada significativamente por esse fator. Observou-se que a atividade da fosfatase ácida apresentou correlação significativa e positiva com a matéria orgânica e teores de cálcio e de magnésio trocáveis. A resposta das fosfatases alcalinas à saturação foi influenciada pelo pH, pela matéria orgânica, pelos teores de cálcio e de magnésio e pela biomassa microbiana do solo. Nenhuma das duas enzimas apresentou correlação com os teores de fósforo encontrados no solo analisado. No entanto, observou-se inibição da atividade das enzimas, quando a análise foi realizada em uma solução de reação com concentração de 124 ∝g mL-1 de P.

  16. Comportamento espectral de materiais de solos e de estruturas biogênicas associadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. A. M. Demattê

    1998-12-01

    Full Text Available No presente estudo, verificou-se a interferência da macrofauna edáfica sobre os atributos físicos e químicos e sua relação com a reflectância espectral de um Latossolo Vermelho-Amarelo (LV, Terra Roxa Estruturada latossólica (TR e Vertissolo (V. Esses solos localizam-se em três pontos ao longo de uma toposseqüência da região de Piracicaba (SP. As amostras foram direcionadas para os agregados formados pelas formigas cortadeiras (Atta sp., cupins (Cornitermes cumulans e minhocas (Pontoscolex corethrurus, os quais foram comparados com o solo-controle sem atividade visível e recente dos animais (testemunha. Foram avaliadas a granulometria e a composição química das amostras de solo. O comportamento espectral do solo foi obtido em laboratório, utilizando espectroradiômetro entre 400 e 2.500 nm. Os coprólitos de minhoca apresentaram 2 a 3 vezes mais fósforo e um incremento de 30 a 50% na matéria orgânica em relação ao horizonte superficial do solo. Os agregados de cupins e formigas apresentaram composição química semelhante à dos horizontes subsuperficiais dos solos. O comportamento espectral dos agregados biológicos variou conforme sua composição química e profundidade de ação dos animais. No caso da minhoca, as curvas de reflectância foram semelhantes às do horizonte superficial para os três solos. Para as estruturas de cupim e formiga, tanto a composição química como o comportamento espectral corresponderam ao horizonte subsuperficial no LV e TR.

  17. Avaliação da decomposição de plantas aquáticas no solo através da liberação de CO2 Evaluation of aquatic plant decomposition on soil through CO2 release

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.R. Corrêa

    2005-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a decomposição de três espécies de plantas aquáticas imersas, incorporadas ao solo, provenientes do controle mecânico, em reservatórios de usinas hidrelétricas. O estudo foi realizado em casa de vegetação, localizada no Núcleo de Pesquisas Avançadas em Matologia (NUPAM da FCA/Unesp-Botucatu. A avaliação foi conduzida em vasos contendo 14 kg de solo, com três incorporações de 50 e 100 t MF de plantas ha-1, sob duas condições de solo: seco e úmido. Com a simulação de descarte da biomassa coletada e incorporada ao solo, pôde-se conhecer, através da liberação de CO2, a degradação de três espécies de macrófitas aquáticas submersas. Para quantificação do CO2 liberado, em cada vaso foi acondicionado um frasco com solução de NaOH, sendo, logo após, lacrados e incubados por 24 horas; em seguida, foram titulados com HCl. Para ajuste e interpolação dos dados, estes foram analisados seguindo modelo de Mitscherlich, com algumas modificações. As liberações acumuladas em solo úmido foram de 1.294 e 1.582 kg CO2 ha-1, sendo 6,2 e 5,6 vezes superiores ao ocorrido em solo seco, para 50 e 100 t MF ha-1, respectivamente, observando-se que cerca de 55% da liberação de CO2 ocorreu nos primeiros 30 dias. Pode-se concluir que o solo seco é a melhor condição para descarte e incorporação da biomassa, porém deverá existir um sistema de irrigação para que o processo de degradação da biomassa incorporada seja acelerado.The purpose of this study was to evaluate decomposition due to mechanical control of three submerged aquatic weed species incorporated into soil at hydroelectric reservoirs. The study was carried out in a greenhouse at the Weed Science Center (NUPAM, FCA/UNESP-Botucatu. Evaluation was performed in vases containing 14 kg of soil, with three 50 and 100 t plant fresh matter ha-1 incorporations, under two soil conditions: dry and wet. By simulating the biomass harvested

  18. Building predictive models of soil particle-size distribution Construção de modelos preditivos da distribuição do tamanho de partículas do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandro Samuel-Rosa

    2013-04-01

    Full Text Available Is it possible to build predictive models (PMs of soil particle-size distribution (psd in a region with complex geology and a young and unstable land-surface? The main objective of this study was to answer this question. A set of 339 soil samples from a small slope catchment in Southern Brazil was used to build PMs of psd in the surface soil layer. Multiple linear regression models were constructed using terrain attributes (elevation, slope, catchment area, convergence index, and topographic wetness index. The PMs explained more than half of the data variance. This performance is similar to (or even better than that of the conventional soil mapping approach. For some size fractions, the PM performance can reach 70 %. Largest uncertainties were observed in geologically more complex areas. Therefore, significant improvements in the predictions can only be achieved if accurate geological data is made available. Meanwhile, PMs built on terrain attributes are efficient in predicting the particle-size distribution (psd of soils in regions of complex geology.É possível construir modelos preditivos (MPs da distribuição do tamanho de partículas do solo (DTP em uma região que possua geologia complexa e uma superfície geomórfica jovem e instável? O principal objetivo deste trabalho foi responder a essa questão. Um conjunto de 339 amostras de solo de uma pequena bacia hidrográfica de encosta do sul do Brasil foi usado para construir MPs da DTP na camada superficial do solo. Modelos de regressão linear múltiplos foram construídos com atributos de terreno (elevação, declividade, área de captação, índice de convergência, índice de umidade topográfica. Os MPs explicaram mais da metade da variância dos dados. Esse desempenho é semelhante (se não melhor ao da abordagem tradicional de mapeamento de solos. Para algumas frações de tamanho, o desempenho dos MPs pode chegar a 70 %. As maiores incertezas ocorrem nas áreas de maior

  19. Funções de pedotransferência para predição da umidade retida a potenciais específicos em solos do estado de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. B. Oliveira

    2002-06-01

    Full Text Available Funções de pedotransferência são equações usadas para estimar características edáficas de difícil determinação a partir de outras mais facilmente obtidas. Apesar do bom número de equações disponíveis para estimativa da umidade retida a potenciais matriciais específicos, elas não devem ser usadas indiscriminadamente, pois, em sua maioria, foram desenvolvidas com solos de clima temperado e a partir de dados gerados por métodos diversos dos em uso nos laboratórios brasileiros. O presente trabalho teve por objetivos: (a elaborar funções de pedotransferência para estimar o conteúdo de água nos potenciais de -33 e -1.500 kPa e a água disponível, a partir de dados granulométricos e de densidade do solo, para solos do estado de Pernambuco e (b comparar a eficiência de predição das equações propostas em relação a equações similares, disponíveis na literatura. No desenvolvimento das equações, foi utilizada uma base de dados composta por 98 perfis de solos e 467 horizontes. Os perfis foram agrupados, de acordo com Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, em 27 classes de terceiro nível categórico (grande grupo. As equações desenvolvidas apresentaram bons coeficientes de determinação e baixo erro de predição. A sistematização dos dados por atividade da fração argila ou grau aproximado de desenvolvimento ou classe textural não produziu melhorias na capacidade preditiva das pedofunções. As equações propostas em outros trabalhos apresentaram elevado erro de predição, o que restringe a sua utilização para solos do estado de Pernambuco.

  20. Efeitos da cal e do cimento na modificação dos solos para fins rodoviários: mecanismos de reação, parâmetros de caracterização geotécnica e resistência mecânica

    OpenAIRE

    Portelinha, Fernando Henrique Martins

    2008-01-01

    Nessa pesquisa, avaliou-se o emprego de pequenos teores de cal hidratada e de cimento Portland na estabilização química de dois solos residuais de gnaisse da Zona da Mata Norte de Minas Gerais, Brasil, com vistas a aplicações em estradas. O estudo abrangeu os seguintes tópicos: (i) caracterização tecnológica dos solos e misturas, envolvendo ensaios de caracterização (granulometria e limites de Atterberg) dos solos melhorados com cimento e com cal, considerando-se diferentes teores de estabili...

  1. Crescimento de plantas de cajueiro anão precoce influenciado pela compactação e temperatura do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P. K. B. Oliveira

    2003-02-01

    Full Text Available Atribui-se ao uso de práticas culturais inadequadas uma das causas da redução drástica dos níveis de produtividade e produção da cultura do caju no nordeste brasileiro. A eliminação periódica da cobertura vegetal e o tráfego de máquinas e implementos condicionam temperaturas e densidade de solo que podem comprometer o crescimento e desenvolvimento das plantas, o que é mais preocupante ainda, considerando a textura arenosa dos solos cultivados e as condições climáticas da região. A partir destas constatações, desenvolveu-se o presente trabalho, com vistas em fornecer indicativos capazes de permitir uma avaliação dos efeitos das condições de solo e clima, objetivando identificar o comportamento de plantas de cajueiro anão precoce, submetidas a diferentes níveis de compactação e temperatura de solo, como meio de testar a hipótese de que níveis crescentes destes fatores podem reduzir seu crescimento. O presente trabalho foi desenvolvido em condições controladas, utilizando colunas de solo em tubos de PVC, nas quais se adicionou o Argissolo Vermelho-Amarelo eutrófico típico. Submeteram-se estas colunas a dois níveis de temperatura do solo, um com as colunas de solo isoladas com folhas de isopor pintadas na cor alumínio (tratamento isolado-TI, e o outro, com colunas não isoladas, mas com os tubos de PVC pintados na cor preta, para maior absorção de luz (tratamento não isolado-TNI. Os níveis de densidade a que foram ajustadas as camadas compactadas da coluna de solo foram 1,2; 1,3; 1,4; 1,5; 1,6 e 1,7 Mg m-3, sendo o restante da coluna a 1,3 Mg m-3. Os tratamentos foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com arranjo fatorial 6 x 2 (seis níveis de compactação e dois níveis de temperatura, com três repetições. Após o período de 12 meses de cultivo das plantas, a parte aérea foi colhida, determinando-se matéria seca da parte aérea, altura da planta, diâmetro do caule e número de

  2. Resíduos culturais e resultado de análise de solo coletado com diferentes amostradores no sistema de plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Escosteguy Pedro Alexandre Varella

    2005-01-01

    Full Text Available Uma das características do sistema de plantio direto é o acúmulo de resíduos culturais na superfície do solo. Embora as recomendações técnicas preconizem a remoção desses resíduos antes da amostragem de solo, isso não ocorre quando a amostragem é efetuada utilizando o quadriciclo. Os resíduos culturais também podem ser misturados com a amostra de solo quando esse é amostrado com o trado manual e esses resíduos não são removidos da superfície do solo. Neste trabalho, estudou-se a influência dos resíduos culturais da superfície do solo nos resultados da análise de solo sob plantio direto. Amostraram-se solos com e sem a remoção de resíduos culturais da superfície. Esses procedimentos foram testados em solos contendo baixo e alto teor de argila, amostrados com o trado calador e o quadriciclo, após o cultivo de soja e milho. A influência dos resíduos culturais no resultado da análise de solo foi, em geral, pouco expressiva, variando com o tipo de amostrador, de resíduo e teor de argila do solo. Nas amostras coletadas com o quadriciclo, foi possível detectar diferenças no teor de matéria orgânica (MO em função dos procedimentos de amostragem testados, entretanto, isso não ocorreu nas amostras coletadas com o calador. Na presença dos resíduos culturais, o teor de MO aumentou em 4g kg-1 (solo com baixo teor de argila e cultivado com soja e em 5g kg-1 (solo com alto teor de argila e cultivado com milho. Com exceção dos teores de MO, a presença dos resíduos culturais não interferiu na interpretação dos outros atributos analisados.

  3. Fasilitas Wisata Kuliner Solo di Solo Baru

    OpenAIRE

    Oetomo, Anthony

    2014-01-01

    Fasilitas Wisata Kuliner Solo di Solo Baru” ini merupakan fasilitas yang memberikan wadah bagi berbagai macam kuliner yang terdapat di kota Solo. Dengan demikian tempat ini akan menjadi tujuan wisata kuliner bagi masyarakat di Solo maupun dari luar Solo untuk menikmati dan memperkenalkan berbagai macam kuliner yang ada kepada masyarakat, dan menyediakan fasilitas bagi para wisatawan yang hanya memiliki waktu terbatas untuk menikmati berbagai macam kuliner Solo. Proyek ini menyediakan galeri d...

  4. Uso da radiação solar pelo milho sob diferentes preparos do solo, espaçamento e disponibilidade hídrica

    OpenAIRE

    KUNZ, J.H.; BERGONCI, J.I.; BERGAMASCHI, H.; DALMAGO, G.A.; HECKLER, B.M.M.; COMIRAN, F.

    2008-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de interceptação e de uso da radiação fotossinteticamente ativa (RFA) pela cultura do milho em diferentes sistemas de manejo do solo, arranjos de plantas e disponibilidade hídrica. O milho foi cultivado em plantio direto e preparo convencional, na combinação com duas disponibilidades hídricas (irrigado e sequeiro) e espaçamentos de 40 e 80 cm entre fileiras de plantas. Em cada tratamento, foram instalados sensores para medida da RFA transmiti...

  5. Relação solo-paisagem-material de origem e gênese de alguns solos no domínio do "Mar de Morros", Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W. A. G. A. Nunes

    2001-06-01

    Full Text Available Pouco se conhece sobre os solos desenvolvidos ou influenciados por materiais máficos na Zona da Mata de Minas Gerais, embora muitos estudos tenham sido efetuados nos domínios cristalinos gnáissicos, notadamente com Latossolos e Podzólicos de terraço. Para preencher esta lacuna, foram amostrados os horizontes A e B ou A e C de solos em duas topolitosseqüências. A primeira, localizada na Serra de Guiricema, com drenagem orientada para a bacia do Rio Paraíba do Sul, compreendeu um Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA no topo da serra, um Chernossolo Argilúvico (MT, um Vertissolo (V e um Nitossolo Vermelho (NV no terço médio. Da segunda topolitosseqüência, localizada na Depressão de Ponte Nova, com drenagem para a bacia do Rio Doce, fizeram parte um Latossolo Vermelho-Amarelo, dois Nitossolos Vermelhos, um Chernossolo Argilúvico, um Argissolo Vermelho-Amarelo (PVA, um Gleissolo (GX e um Neossolo Flúvico (RU. Adicionalmente, foi coletado, no Planalto de Viçosa, o horizonte B de um Latossolo Vermelho-Amarelo sobre intrusão de anfibolito, fora das duas topolitosseqüências já citadas, para efeito de comparação. Os solos desenvolvidos a partir dos anfibolitos/diabásio (NV, MT e V tenderam a ser eutróficos e cauliníticos, com a participação de argilominerais 2:1 (ilita e esmectita, possivelmente como interestratificados, quando menos intemperizados. A baixa relação Feo/Fed nos Latossolos estudados indica o predomínio de formas de ferro de maior grau de cristalinidade, sendo mais elevada no caso dos Nitossolos, em consonância com o menor grau de evolução destes. O Latossolo coletado sobre dique de material máfico apresentou características químicas similares às dos Latossolos desenvolvidos de gnaisse da região, indicando tratar-se de solo proveniente desta rocha, cobrindo o dique como material retrabalhado. A biotita e o anfibólio presentes no gnaisse são os minerais que contribuem para os teores de Fe2O3 acima de 11 dag

  6. Radionuclides and heavy metal contents in phosphogypsum samples in comparison to cerrado soils Conteúdo de radionuclídeos e metais pesados em amostras de fosfogesso, comparativamente ao de solos de cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanusa Maria Feliciano Jacomino

    2009-10-01

    encontrados em solos típicos do Cerrado, sendo um argiloso e outro arenoso. As análises incluíram: a classificação do resíduo sólido, a avaliação do conteúdo de matéria orgânica e da concentração de P, K, Ca, Mg e Al das amostras de solo, bem como a composição mineralógica e das concentrações de radionuclídeos naturais, metais e metaloides presentes nas amostras selecionadas. O fosfogesso foi classificado como Classe II A - Não Perigoso, Não Inerte, Não Corrosivo e Não Reativo. Os solos analisados apresentaram baixo conteúdo de matéria orgânica e baixa fertilidade natural. A atividade específica média do 226Ra (252 Bq kg-1 das amostras de fosfogesso ficou abaixo do limite recomendado pela Agência Ambiental Americana (USEPA para uso na agricultura, cujo valor é de 370 Bq kg-1. Além disso, o estudo mostrou que as concentrações de radionuclídeos naturais e de metais apresentaram-se inferiores aos valores obtidos para o Latossolo Vermelho-Amarelo de textura argilosa coletado em Sete Lagoas - MG. Esses resultados indicam que a aplicação do fosfogesso na agricultura como condicionador do solo não resulta em impacto significativo ao meio ambiente.

  7. Rugosidade superficial do solo formada por escarificação e influenciada pela erosividade da chuva Soil surface roughness formed by chiseling and affected by rainfall erosivity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Antonio Zoldan Junior

    2008-02-01

    Full Text Available A rugosidade superficial do solo é influenciada, entre outros fatores, pelo efeito residual de manejo do solo, pelo tipo de preparo e pela erosividade da chuva e, juntamente com a cobertura do solo por resíduos vegetais, influencia a erosão hídrica. O objetivo deste trabalho foi determinar, entre junho de 2005 e março de 2006, em um Nitossolo Háplico alumínico típico, o efeito de uma operação de escarificador e da erosividade de chuvas sobre a rugosidade superficial, nos seguintes sistemas de manejo do solo: preparo convencional sem cultivo do solo (SCE, preparo convencional com cultivo do solo (PCE, semeadura direta em solo nunca preparado e com resíduos queimados (SQE e semeadura direta tradicional (STE. Nos tratamentos PCE, SQE e STE, cultivaram-se aveia-preta, soja, ervilhaca comum, milho, aveia-preta, feijão preto, nabo forrageiro, soja, ervilhaca comum, milho e aveia-preta. Aplicaram-se cinco testes de chuva simulada, com 64 mm h-1 e duração de 20, 30, 40, 50 e 60 min cada um. Entre o segundo e o terceiro teste de chuva simulada ocorreram 57 mm de chuva natural; entre o terceiro e o quarto, 21 mm; e entre o quarto e o quinto, 30 mm. Determinou-se a rugosidade superficial imediatamente antes e logo após o preparo do solo com escarificador e imediatamente após cada teste de chuva simulada. A rugosidade original e linear da superfície do solo não foi influenciada pelo manejo, enquanto a rugosidade ao acaso teve essa influência, ao final de um pousio de seis meses. Diferentes sistemas de manejo do solo mantidos em pousio por seis meses resultaram em diferente rugosidade original, linear e ao acaso, quando o solo foi submetido à operação de escarificador. A rugosidade ao acaso foi menos influenciada pela declividade do terreno do que pelas marcas de preparo do solo, tendo diminuído com o aumento da erosividade das chuvas. Essa mesma rugosidade apresentou coeficiente de decaimento temporal semelhante nos sistemas de manejo

  8. Efeito da adição de diferentes fontes de cálcio no movimento de cátions em colunas de solo Effect of several calcium sources on cation leaching using soil columns

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I.C. de Maria

    1993-05-01

    Full Text Available No estudo realizado em colunas de solo montadas em laboratório, procurou-se avaliar o movimento do cálcio, e de outros cátions, após aplicação de calcário agrícola, gesso, calcário calcinado e uma mistura de calcário agrícola e gesso, comparados com um tratamento testemunha, em dois latossolos vermelho escuros de texturas diferentes: média e argilosa. Utilizaram-se colunas de PVC, com 5cm de diâmetro e 45cm de altura, e aplicaram-se em cada coluna 1,8 litros de água, parcelados em quatro vezes. Determinaram-se os cátions trocáveis presentes na água percolada e, no final do experimento, em cinco profundidades de cada solo. Os resultados mostraram que nos tratamentos gesso e calcário mais gesso as quantidades de Ca2+, Mg2+, K+ e Al3+ na solução percolada foram maiores, enquanto que os tratamentos calcário agrícola e calcário calcinado não promoveram perdas significativas de cátions. As maiores perdas ocorreram na primeira percolação no solo de textura média e na segunda no solo de textura argilosa. O gesso não modificou o pH dos solos, mas reduziu teores de bases no solo argiloso, enquanto que os calcários corrigiram o solo apenas próximo à camada de incorporação.Soil columns under controlled conditions were used to determine the movement of calcium and other cations after the application of lime, calcium oxide, gypsum and a mixture of Ume and gypsum, compared with a control treatment. Two Oxisols with different textures were used: clayey and silty. Rigid polyvinyl chloride (PVC columns (length, 45cm; diam, 5cm were used, applying 1.8 1 of water to each divided into four applications. Exchangeable cations were determined in the drainage water in 4 periods and in 5 dephts of the soil columns at the end of the experiment. The results showed that losses of Ca2+, Mg2+, K+ and A1(3+, were higher in the treatments with gypsum and lime plus gypsum. Amendments h'ke lime and calcium oxide did not promote significant losses

  9. Lixiviação de trifluralin, atrazine e bromacil em três diferentes solos Leaching of trifluralin, atrazine and bromacil in three different soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. H. Signori

    1978-01-01

    Full Text Available Foi estudada a taxa de lixiviação dos herbicidas trifluralin. atrazine e bromacil em três la. tossolos de texturas diferentes, utilizando-se as doses normais de uso de cada um. Foram utilizadas colunas não deformadas de cada solo e, após a percolação de precipitação simulada de 110 ou 220 mm, semearam-se capim-arroz (Echinochloa cruz-galli (L. Beauv. e alface (Lactuca sativa L. var. La Chaume longitudinalmente nas metades de cada uma. A lixiviação dos herbicidas foi avaliada aos 21 e 33 dias após a semeação. Com indicação dada pelo capim-arroz verificou-se que o trifluralin apresentou lixiviação pequena em quantidade e extensão no perfil, sendo semelhante nos três solos. No solo argiloso e areno-argiloso, com 110 ou 220 mm de chuva, o bromacil apresentou lixiviação bem maior que o atrazine. O bioensaio indicou que as concentrações de bromacil e de atrazine decresciam com a profundidade do perfil. As taxas de lixiviação dos herbicidas foram, de modo geral, proporcionais à sua solubilidade.The leaching rate of trifluralin, atrazine and bromacil in three latossols, with different textures, applying normal dosages of each. was studied. Intact columns of each soil were used and simula ted precip itations of 110 or 220 mm of water, Echinochloa cruz-galli L. Beauv. and Lactuca sativa cv. La Chaume were sown lenghtwise in the two halves of each colum. The leaching rate of the herbic ides was evaluated 21 and 23 days after seedling. With the indication given by E. cruz_galli it was verified that trifluralin showed very little leaching in the soil prof ile, and was similar in the three soils. In the clay and sandy-clay soils with 110 or 220 mm of rain, bromacil showed higher leaching rate than atrazine. In the loamy soil both herbicides showed simila r leaching due to the presence of caulinite, with has a low adsorbing capacity for atrazine. The bio-assay indicated that the bromacil and atrazine concentrations diminished with

  10. RESISTÊNCIA DO SOLO EM CULTIVO DE TABACO COM DIFERENTES FORMAS DE MANEJO NA REGIÃO SUDESTE DO PARANÁ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdemir Antoneli

    2017-05-01

    Full Text Available O cultivo do tabaco é uma alternativa rentável para as pequenas propriedades da região Sudeste do Estado do Paraná, principalmente por ser cultivado em áreas impróprias para a agricultura (solos rasos e declividade acentuada. Nas áreas com restrições ao uso, o tabaco é cultivado sob plantio convencional e nas áreas mais planas utiliza-se o plantio direto. A variação na forma de plantio pode influenciar na resistência do solo. O objetivo deste trabalho foi identificar a influência do manejo do solo na resistência do solo em áreas de cultivo de tabaco com plantio convencional e plantio direto. Foram identificados 10 pontos para o monitoramento da resistência do solo em cada forma de plantio com coletas quinzenais entre setembro (início do plantio a fevereiro (término da colheita. Foi utilizado o método de perfis transversais entre as linhas de plantio. As mensurações foram realizadas com um penetrômetro de bolso. Ao término da pesquisa foi observado que as atividades diárias realizadas no cultivo do tabaco influenciam na resistência do solo, mesmo com formas diferentes de cultivo.

  11. Geoprocessamento aplicado ao diagnóstico de uso e ocupação do solo da bacia hidrográfica do córrego Guaribas em Uberlândia – MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erich Vectore Pavanin

    2016-12-01

    Full Text Available Este trabalho estabelece um diagnóstico do uso e ocupação do solo da Bacia Hidrográfica do Córrego Guaribas, localizada em Uberlândia – MG, por meio da utilização e aplicação de geotecnologias e técnicas de geoprocessamento. A região de estudo se configura como uma área de grande influência para a expansão urbana no município de Uberlândia, o que evidencia a necessidade da elaboração de estudos acerca da dinâmica do uso e parcelamento do solo a fim de promover ferramentas importantes para o planejamento e infraestrutura urbana regional e sua concomitância com a preservação dos recursos ambientais e populações existentes neste ecossistema. Neste aspecto, a utilização de geotecnologias desponta como um importante instrumento para a efetivação de políticas de gestão territorial e engenharia urbana e auxiliam na promoção do desenvolvimento urbano sustentável. Desta maneira, este trabalho utilizou imagens de satélite Quickbird, e os softwares livres Google Earth e SPRING com o intuito de promover uma análise da evolução do uso e ocupação do solo na área de drenagem do Córrego Guaribas, procurando relacionar este processo com outros parâmetros a fim de estabelecer escopos para melhorias na gestão territorial da região.

  12. Frações de cobre e zinco em solos de vinhedos no Meio Oeste de Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Brunetto

    2014-08-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar a migração e a modificação de frações de Cu e Zn em solos de vinhedos. Em outubro de 2010 foram selecionados, em Água Doce (SC três vinhedos com idades crescentes e uma área de campo natural com o objetivo de determinar o teor natural dos elementos no solo. Amostras de solo dos vinhedos e campo natural foram coletadas em camadas estratificadas e analisadas. Nas amostras foram realizados o fracionamento químico e a extração de Cu e Zn por EDTA e pelo método 3050B da USEPA. O Cu e o Zn foram acumulados nas camadas mais superficiais dos solos dos vinhedos e maiores concentrações foram observadas no vinhedo com maior idade. A maior parte do Cu e do Zn nos solos dos vinhedos foi distribuída na fração residual que possui baixa mobilidade geoquímica porém nas camadas mais superficiais do solo do vinhedo com maior idade constatou-se aumento do teor de Cu ligado à matéria orgânica do solo e nas camadas mais profundas, ligado aos minerais. A maior parte do Zn no solo dos vinhedos foi distribuída na fração residual e ligada aos minerais; a fração residual possui baixa mobilidade no solo mas pode ser disponível para as plantas e causar toxidez.

  13. Índice de manejo de carbono e atributos químicos de Latossolo Vermelho sob diferentes sistemas de manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jolimar Antonio Schiavo

    2011-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar mudanças nos atributos químicos, no estoque de carbono e no índice de manejo de C de um Latossolo Vermelho argiloso, sob diferentes sistemas de manejo. Avaliou-se o solo sob sistemas de manejo com diferentes históricos de uso, sob as seguintes coberturas: Zea mays, Urochloa decumbens e Panicum maximum cv. Tanzania. Como testemunha, avaliou-se área sob vegetação de cerrado. Foram coletadas amostras compostas das camadas de solo de 0-5, 5-10 e 10-20 cm. Os teores de fósforo diminuíram com a profundidade, e os maiores valores foram observados na área com P. maximum. Na área com milho, observaram-se maiores valores de K+, Ca++, Mg++, CTC, e de soma e saturação por bases. O teor de C orgânico total do solo (COT foi maior sob cerrado e menor sob cobertura com P. maximum, à profundidade de 5-10 cm. Os maiores estoques de COT, carbono nas frações particuladas (C-MOP e nas frações associadas à fase mineral do solo ocorreram na área com U. decumbens, o que promoveu maiores índices de labilidade e de manejo de C, similares aos da vegetação de cerrado. Em todas as coberturas, a labilidade da matéria orgânica do solo diminuiu com o aumento da profundidade. A fração C-MOP apresenta maior sensibilidade às alterações de manejo e relaciona-se ao COT.

  14. Solos da área indígena Yanomami no médio Rio Catrimani, Roraima Soils in the Yanomami indigenous area in the mid-Catrimani River - Roraima

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdinar Ferreira Melo

    2010-04-01

    Full Text Available Em Roraima, a distribuição espacial das populações indígenas identifica um cenário de busca constante de solos capazes de sustentar uma agricultura itinerante. Este trabalho teve como objetivo estabelecer relação entre a compreensão dos solos por parte dos Yanomami da região do médio Catrimani e o Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, bem como avaliar o seu tipo de uso em função de análises químicas para diagnóstico da fertilidade do solo. O trabalho foi executado em duas etapas. A primeira consistiu em visitas a oito malocas para estudar os solos. Foram coletadas amostras em trincheiras até 1,50 m de profundidade para análise e classificação dos solos e (em prospecções com o trado nas profundidades de 0-10 a 10-30 cm, em 21 tipos de uso agrícola, e da área de floresta para análises químicas de fertilidade. A segunda fase foi uma oficina, abordando os sistemas de exploração agrícola, com duração de 20 h. Focalizou-se a discussão sobre a compreensão do meio ambiente (Urihi(1 e sistemas de produção agrícolas e sobre a importância do uso correto do conhecimento dos solos. Os solos são denominados pelos Yanomami em função das características morfológicas, pelos teores de matéria orgânica e pela presença de minhocas, e da posição na paisagem - a escolha para agricultura é fundamentada nessas características. As práticas agrícolas consistem da derrubada da mata nativa, queima e plantio das culturas em separado. Os solos descritos na área foram: Argissolo Vermelho-Amarelo (Maxita a uuxi wakë axi, Argissolo Amarelo (Maxita a axi, Latossolo Amarelo (Maxita a axi e Plintossolo (Maxita a axi a maamaxipë. O processo de derruba e queima promove um incremento inicial do teor de Ca e K trocáveis e P assimilável devido à contribuição das cinzas, o que permite a exploração das áreas por um período máximo de três anos.In Roraima, the spatial distribution of indigenous peoples indicates a

  15. Spatial distribution of top soil water content in an experimental catchment of Southeast Brazil Distribuição espacial da umidade superficial do solo em uma bacia hidrográfica experimental do Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Rogério de Mello

    2011-06-01

    Full Text Available Soil water content is essential to understand the hydrological cycle. It controls the surface runoff generation, water infiltration, soil evaporation and plant transpiration. This work aims to analyze the spatial distribution of top soil water content and to characterize the spatial mean and standard deviation of top soil water content over time in an experimental catchment located in the Mantiqueira Range region, state of Minas Gerais, Brazil. Measurements of top soil water content were carried out every 15 days, between May/2007 and May/2008. Using time-domain reflectometry (TDR equipment, 69 points were sampled in the top 0.2 m of the soil profile. Geostatistical procedures were applied in all steps of the study. First, the spatial continuity was evaluated, and the experimental semi-variogram was modeled. For the development of top soil water content maps over time a co-kriging procedure was used having the slope as a secondary variable. Rainfall regime controlled the top soil water content during the wet season. Land use was also another fundamental local factor. The spatial standard deviation had low values under dry conditions, and high values under wet conditions. Thus, more variability occurs under wet conditions.A umidade do solo é essencial para o entendimento do ciclo hidrológico, uma vez que controla a geração do escoamento superficial, infiltração de água no solo, evaporação do solo e transpiração das plantas. Este trabalho objetivou analisar os padrões espaciais da umidade superficial do solo e caracterizar a média e o desvio padrão espaciais da mesma ao longo do tempo em uma bacia hidrográfica experimental localizada na Serra da Mantiqueira, MG. As medidas da umidade superficial do solo foram conduzidas a cada 15 dias, entre Maio/2007 e Maio/2008, usando um equipamento TDR portátil, em 69 pontos amostrados na camada de 0-20 cm. Procedimentos geoestatísticos foram aplicados em todas as etapas do trabalho

  16. PROCESSOS HIDRO-EROSIVOS EM SOLOS DEGRADADOS EM RELEVO DE BAIXA DECLIVIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo dos Santos Pereira

    2016-06-01

    Full Text Available Muitas pesquisas conferem maior peso na alta declividade do terreno como fator decisivo no processo hidro-erosivo. Porém, foi avaliado que baixas declividades (~4º já são suficientes para se iniciar o escoamento superficial. A pesquisa teve como objetivo fazer uma caracterização físico-química de solo degradado, monitorar o seu potencial matricial e o processo de formação de escoamento em uma sub-bacia do rio Maranduba - Ubatuba/SP, em encosta com baixa declividade. O trabalho se baseou na instalação de parcelas de erosão em solo sem cobertura vegetal para analisar as perdas de solo e água, bem como as propriedades físicas e químicas do solo (Porosidade, textura, densidade, pH e matéria orgânica. As parcelas se localizam na parte intermediária de um morrote com encosta retilínea, esse sofreu alteração em sua morfologia original por meio de um corte de encosta (UTM: 0474211/7395934.  O solo do local é um Latossolo que apresenta o horizonte B exposto. Cerca de 6,9 t/ha de solo foram perdidos durante o monitoramento (01 agosto 2013-20 dezembro 2014 e mais de 5.354,7 m3 de água foram escoados superficialmente. Salienta-se a fragilidade dos ambientes degradados de baixa declividade frente às altas taxas de perdas de solo e água, que, no período de 17 meses de monitoramento e com chuvas dentro da normalidade para o município, totalizaram 63 dias com ocorrências de escoamento, em solos que tendem à saturação por períodos prolongados. Portanto, o transporte das partículas de solo superficialmente está atrelado à baixa drenagem do terreno e à perda da resistência do solo, corroborando em períodos longos de umidade antecedente, sendo este um dos fatores decisivos para se iniciar o escoamento superficial.

  17. Teores de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni E Co em solos de referência de Pernambuco Concentrations of Fe, Mn, Zn, Cu, Ni and Co in benchmark soils of Pernambuco, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Miranda Biondi

    2011-06-01

    Full Text Available Metais pesados formam um grupo de elementos com particularidades relevantes e de ocorrência natural no ambiente, como elementos acessórios na constituição de rochas. Esses elementos, apesar de associados à toxidez, exigem tratamento diferenciado em relação aos xenobióticos, uma vez que diversos metais possuem essencialidade (Fe, Mn, Cu, Zn e Ni e benefício (Co comprovados para as plantas. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi determinar os teores naturais dos metais Fe, Mn, Zn, Ni, Cu e Co nos solos de referência de Pernambuco. Foram coletadas amostras de solo nas três regiões fisiográficas (Zona da Mata, Agreste e Sertão, dos dois primeiros horizontes dos 35 solos de referência do Estado de Pernambuco. A digestão das amostras baseou-se no método 3051A (USEPA, 1998, e a determinação foi efetuada em ICP-OES. Correlações significativas foram estabelecidas entre os metais e entre estes e a fração argila do solo, em ambos os horizontes, indicando a associação comum da maioria dos metais com solos mais argilosos. A maioria dos solos apresentou teores de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni e Co menores que os de solos de outras regiões do País, com litologia mais máfica, o que corrobora o fato de que os teores desses elementos são mais diretamente relacionados aos minerais Fe-magnesianos. Os resultados indicam baixo potencial dos solos de Pernambuco em liberar Cu, Co e Ni para plantas, enquanto deficiências de Zn, Fe e Mn são menos prováveis. Os teores naturais de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni e Co determinados podem ser utilizados como base para definição dos Valores de Referência de Qualidade para os solos de Pernambuco, de acordo com o preconizado pela legislação nacional.Heavy metals are a group of elements with specific features and natural occurrence in the environment, representing an accessory in the formation of rocks. These elements, although associated with toxicity, must be treated different from xenobiotics, since many

  18. Efeitos da calagem na fertilidade do solo e na nutrição e produtividade da goiabeira Effects of liming on soil fertility, plant nutrition and guava yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    William Natale

    2007-12-01

    Full Text Available A acidez do solo é um dos mais importantes fatores que limitam a produção em regiões tropicais. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da calagem na fertilidade do solo e na nutrição e produtividade da goiabeira (Psidium guajava L.. O experimento foi realizado na Estação Experimental de Citricultura de Bebedouro, São Paulo, em um Latossolo Vermelho distrófico (V = 26 % na camada de 0-20 cm, no período de agosto/1999 a julho/2006. As doses de calcário empregadas foram: 0; 1,85; 3,71; 5,56 e 7,41 t ha-1. Durante 78 meses após aplicação do corretivo foram realizadas análises químicas de solo. Foi feita avaliação do estado nutricional e da produtividade durante cinco safras agrícolas. A calagem promoveu alteração nos atributos químicos do solo ligados à acidez, elevando o pH, Ca, Mg, soma de bases (SB e saturação por bases (V e diminuindo H + Al, até 60 cm. Os teores foliares de Ca e Mg aumentaram com as doses de calcário. As maiores produções acumuladas de frutos estiveram associadas a um valor de V de 50 % na linha e 65 % na entrelinha das goiabeiras.Soil acidity is one of the most important constraints to agricultural production in the tropics. For this reason, the objective of this research was to evaluate the effects of soil liming on the performance of guava (Psidium guajava L. trees. The experiment took place at the Citrus Experimental Station in Bebedouro, state of São Paulo, Brazil. The soil was a Typic Haplustox (V = 26 % in the 0 to 20 cm layer between August 1999 and July 2006. The following doses of limestone were employed: 0, 1.85, 3.71, 5.56, and 7.41 t ha-1. During the 78 months after starting the experiment, soil chemical attributes were periodically examined. Over a period of five years, the guava tree leaves were analyzed for micro-and macronutrients and the fruit yield was determined. Liming improved the evaluated soil chemical attributes: pH, calcium (Ca, magnesium (Mg, BS, V, and

  19. Fungos filamentosos isolados do solo do Parque Nacional Serra das Confusões, Piauí, Brasil

    OpenAIRE

    Malaquias de Lima Maciel, Josilene

    2008-01-01

    O solo é considerado um dos principais habitats para a comunidade de microrganismos, dentre os quais os fungos. O Parque Nacional Serra das Confusões, Estado do Piauí, Brasil, é considerado área prioritária para a conservação da biodiversidade da Caatinga, devido à sua extrema importância biológica. Com objetivo de isolar e identificar fungos filamentos da Caatinga de modo a ampliar o conhecimento sobre a micota deste bioma, 20 amostras de solo foram coletadas até 20 cm de prof...

  20. Densidade e diversidade fenotípica de bactérias diazotróficas não simbióticas em solos da Reserva Biológica Serra dos Toledos, Itajubá (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Talita Filomena Silva

    2011-04-01

    Full Text Available Bactérias diazotróficas não simbióticas (BDNS atuam no desenvolvimento das plantas por meio da fixação biológica de nitrogênio e também pela produção e liberação de substâncias reguladoras do crescimento vegetal. Este estudo objetivou avaliar a densidade e diversidade fenotípica desse grupo de bactérias em fragmentos de solo da Reserva Biológica Serra dos Toledos e entorno, em Itajubá/MG. Essa reserva localiza-se na Área de Proteção Ambiental da Mantiqueira, constituindo-se em uma importante área de recarga e de abrigo à flora e fauna endêmicas. Amostras de solo superficial foram coletadas em áreas com diferentes declividades na reserva, em épocas representativas das estações de inverno (setembro/2006 e verão (abril/2007. A densidade, avaliada pelo número mais provável, utilizando os meios de cultura NFb, JNFb e Fam, para Azospirillum spp., Herbaspirillum spp. e A. amazonense, respectivamente, variou de 0,12 a 75,60 (NMP x 10(5 bactérias g-1 solo seco. Foram obtidos 172 e 174 isolados, respectivamente para as amostras de inverno e verão, dos quais 30 e 55 % apresentaram similaridade igual ou superior a 70 % com as estirpes-tipo Azospirillum brasilense, A. amazonense, A. lipoferum, Herbaspirillum seropedicae e Burkholderia brasilensis. O resultado do comportamento dos isolados com base na tolerância à salinidade nem sempre foi semelhante ao obtido pelas características fenotípicas culturais a 70 % de similaridade, sendo indicado para estudos complementares de diversidade desses organismos. As BDNS apresentam potencial de utilização em estudos de avaliação da qualidade e sustentabilidade de ecossistemas. No entanto, apesar da alta densidade e diversidade fenotípica em solos da reserva, maiores valores foram obtidos no entorno, evidenciando o efeito positivo da cobertura vegetal do tipo gramíneas sobre elas, independentemente da variação climática.

  1. Composição lignocelulósica e isótopica da vegetação e da matéria orgânica do solo de uma turfeira tropical: I - composição florística, fitomassa e acúmulo de carbono

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinicius Evangelista Silva

    2013-02-01

    Full Text Available A matéria orgânica do solo (MOS é um dos grandes reservatórios de carbono (C da Terra e constitui um dos principais componentes do ciclo do C. Turfeiras, ambientes acumuladores de MOS, são produto da decomposição de vegetais, que se desenvolvem e se acumulam em ambientes saturados com água, sendo o estádio inicial da sequência de carbonificação. A fitomassa participa de forma marcante no ciclo global do C, armazenando em torno de 85 % de todo o C terrestre acima do solo. O tecido vegetal é composto principalmente por lignina, celulose e hemicelulose, constituindo até 85 % da biomassa seca. As plantas discriminam C de forma diferenciada, em razão de seu ciclo fotossintético (C3, C4 e CAM. As turfeiras da Serra do Espinhaço Meridional (SdEM-MG são colonizadas por vegetação de Campo Limpo Úmido (CLU e de Floresta Estacional Semidecidual (FES, onde ocorrem espécies dos ciclos fotossintéticos C3 e C4. Este trabalho objetivou avaliar a contribuição dessas duas fitofisionomias para o acúmulo de MOS, por meio da avaliação da fitomassa e da composição lignocelulósica e isotópica da vegetação e da MOS. A turfeira estudada localiza-se na SdEM e ocupa 81,75 ha. Para a estimativa da fitomassa do CLU e da FES, foram marcadas três parcelas de 0,5 x 0,5 m em cada fitofisionomia, onde todos os indivíduos da parcela foram cortados e armazenados. Para as análises isotópicas e lignocelulósicas da vegetação, identificaram-se as espécies dominantes em cada fitofisionomia. Amostras de solo foram coletadas em três locais representativos sob cada fitofisionomia, a cada 5 cm de profundidade, até 50 cm. Foram extraídas a celulose e a lignina das folhas das 15 espécies dominantes e das 60 amostras de turfeira para quantificação e determinação dos valores de δ13C e δ15N. Para datação da MOS, o 14C foi determinado em três profundidades, sob o CLU e a FES. A produção da fitomassa da FES foi muito superior à produ

  2. Caracterização de um solo salinizado em área irrigada da região Semiárida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. F. M. Vital

    2015-10-01

    Full Text Available A expansão das áreas irrigadas no semiárido acarreta sérios problemas de degradação dos solos, principalmente de salinização, reduzindo a capacidade produtiva das culturas. A compreensão de aspectos pedológicos é fundamental durante o manejo dessas áreas.  Objetivou-se com esse trabalho a caracterização do solo de uma área irrigada visando a preservação da qualidade dos solos nos perímetros irrigados. Foi selecionado um perfil representativo da área do Capoeira, no município de São José do Bonfim, mesorregião do Sertão Paraibano, microrregião de Patos, Bacia Hidrográfica do Rio Piranhas, Semiárido do Estado da Paraíba, Bioma Caatinga. O perfil na profundidade de 118 cm foi descrito em campo, em seguida, foram coletadas amostras para a realização das análises morfológicas, físicas, químicas e mineralógicas de cada horizonte. O solo foi classificado como CAMBISSOLO HÁPLICO Sálico sódico, com sequência de horizonte Ap, AB, Bi, BC e 2Ccom predominância de textura franco arenosa. A análise da fertilidade, ao longo do perfil, revelou valores de pH variando de 5,3 a 8,0, saturação por sódio de 16 a65% e teores de P (1,8-11,9 mg kg-1, Ca (3,1-5,0, Mg (1,3 -5,1, K (0,06-0,09, Na (1,51-39,25 cmolcdm-3, respectivamente, enquanto no extrato de saturação os valores de condutividade elétrica, PST e RAS foram de 9,3-47dSm-1, 40-69 e 47-153. O caráter sódico não é contemplado na atual versão do sistema como subgrupo. Dessa forma, pelos resultados, propõe-se a inclusão de um subgrupo sódico dentro da classe dos CAMBISSOLOS.Characterization of a saline soil in irrigated area of semiarid regionAbstract: The expansion of irrigated areas in the semiarid causes serious problems of soil degradation, mainly salinization, reduzing the production capacity of crops. The understanding of pedological aspects is essential for managing these areas. This study aimed to characterize a soil of an irrigated area as a

  3. Efeito da cobertura nas perdas de solo em um argissolo vermelho-amarelo utilizando simulador de chuva Effect of the cover on soil losses in a red-yellow podzolic soil under simulated rainfall

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Demétrius D. Silva

    2005-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da porcentagem de cobertura do solo e da energia cinética decorrente de chuvas simuladas sobre as perdas de solo. O experimento consistiu de seis parcelas experimentais (4 m², as quais foram mantidas com coberturas de 0; 20; 40; 60; 80 e 100%, utilizando manta de Bidin, simulando condição de manejo de cultivo em contorno. Utilizou-se de simulador de chuva sobre Argissolo Vermelho-Amarelo, com declividade média de 9,5%. Foram utilizadas as intensidades de precipitação de 60; 80; 100 e 120 mm h-1, associadas às durações de 68; 40; 24 e 14 minutos, resultando nos valores de energia cinética de 1.401; 1.122; 841 e 589 J m-2, respectivamente. Para cada uma das intensidades de precipitação, realizaram-se seis aplicações sucessivas, espaçadas de 12 h. Verificou-se diminuição acentuada nas perdas de solo com o aumento da porcentagem de cobertura do solo e que os maiores valores de perda de solo foram obtidos para as menores intensidades de precipitação, em virtude da maior duração da precipitação. Observou-se, também, que a cobertura do solo apresentou maior influência do que a intensidade de precipitação nas perdas de solo e que o potencial erosivo das chuvas intensas foi reduzido pelo aumento da cobertura do solo, passando o processo de erosão a ser dominado pelo efeito erosivo do escoamento superficial, o qual ocorre por maior período nas chuvas menos intensas, por apresentarem maior duração.The present work was carried out in the experimental area of the Agronomy Department of the Viçosa Federal University, Brazil, aiming to evaluate the effect of soil cover and kinetic energy of rainfall on soil losses. The soil management used was the contour cropping, with six experimental units (4,0 m² with soil cover percentage of 0; 20; 40; 60; 80 and 100%. The tests were conducted with a rotative rainfall simulator and the soil in the experimental area was a Red-Yellow Podzolic

  4. Impactos da ocupação urbana na permeabilidade do solo: o caso de uma área de urbanização consolidada em Campina Grande - PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Azevedo Santos

    2017-07-01

    Full Text Available RESUMO A ocupação urbana intensa e não planejada acarreta problemas diretos à população. Um desses problemas é a diminuição do índice de permeabilidade do solo gerada pela pavimentação crescente que sempre acompanha o desenvolvimento urbano de uma região. Em consequência, o sistema de drenagem pode sofrer sobrecargas uma vez que a capacidade de infiltração do solo é alterada e a pavimentação aumenta a velocidade de escoamento e as vazões de pico. Este trabalho apresenta uma análise integrada da dinâmica do uso do solo ao longo de 32 anos e do comportamento do sistema de microdrenagem urbana para o cenário atual de ocupação dos bairros Catolé e Sandra Cavalcante, em Campina Grande (PB. Verifica-se a deficiência do sistema de microdrenagem em não acompanhar o acelerado crescimento da região, acarretando em pontos de alagamento que geram prejuízos e desconfortos à população em períodos de chuva mais concentrada.

  5. Propriedades físicas do solo em função de manejos em lavouras de cafeeiro conilon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teóphilo André Maretto Effgen

    2012-06-01

    Full Text Available Os solos de uso agrícola estão sujeitos a modificações em suas propriedades, de acordo com o tipo de uso e sistemas de manejo adotados. Este trabalho teve como objetivo avaliar, em diferentes locais de amostragem, as propriedades físicas de solos cultivados com lavouras cafeeiras, sob distintos manejos, no sul do Estado do Espírito Santo. Foram realizadas amostragens nas camadas de 0,00-0,20 m e 0,20-0,40 m, na parte superior da projeção da "saia" do cafeeiro, em relação ao sentido de declive do terreno. Foram utilizadas, para o estudo, lavouras representativas da região sul do Estado, apresentando a mesma classe de solo (Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico, relevo forte ondulado, tendo os seguintes manejos: M1 - irrigação por gotejamento, calagem a cada dois anos, adubação, roçadas e uso da palha de café; M2 - adubação, roçadas e capinas; M3 - capinas e roçadas. Em cada manejo, foram avaliados os seguintes locais de amostragem: TS - terço superior, TM - terço médio; TI - terço inferior, ao longo do declive. As propriedades físicas avaliadas foram: densidade do solo, porosidade total, macroporosidade, microporosidade e resistência do solo à penetração. Para as condições experimentais, a resistência do solo à penetração, a macroporosidade e a microporosidade mostraram-se importantes indicadores físicos da qualidade do solo, influenciados pelo manejo, local de amostragem e camada avaliada.

  6. Sistemas de manejo do solo na recuperação de uma pastagem degradada em Rondônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Afrânio Ferreira Neves Junior

    2013-02-01

    Full Text Available Na região amazônica, pastagens formadas e conduzidas de forma inadequada perdem a produtividade durante os primeiros anos em razão de superpastejo, ausência de adubação e de manutenção e emprego de espécies inadequadas para as condições edafoflorísticas da região. O objetivo deste estudo foi quantificar as modificações ocasionadas por diferentes sistemas de manejo nos atributos físicos de um Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA, sob pastagem degradada no Estado de Rondônia, RO. Os sistemas de manejo utilizados nos tratamentos foram: T = testemunha; G = gradagem + NPK + micronutrientes; H = herbicida + NK + micronutrientes; A = plantio direto de arroz + NPK + micronutrientes; e S = plantio direto de soja + NPK + micronutrientes. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições. Para avaliar os tratamentos, amostras com estrutura indeformada foram coletadas em três profundidades (0-0,10; 0,10-0,20 e 0,20-0,30 m para determinar a curva de retenção da água no solo, densidade do solo, resistência do solo à penetração de raízes, macroporosidade, microporosidade, porosidade total, estimativa do intervalo hídrico ótimo (IHO, densidade máxima do solo (Dsmax e densidade relativa do solo (Dsrel. Os sistemas de manejo do solo adotados na recuperação da pastagem não proporcionaram melhorias significativas nos atributos físicos do solo, 40 meses após a implantação dos tratamentos. Em todos os sistemas de manejo, foram encontrados valores de densidade do solo acima do considerado ideal (1,40 Mg m-3 e abaixo do crítico (1,75 Mg m-3. Todos os sistemas de manejo apresentaram valores de densidade do solo relativa (Dsrel acima do valor adotado como crítico (Dsrel = 86 %, exceto no sistema em que foi realizado o preparo do solo na profundidade de 0-0,10 m. A qualidade física do solo, avaliada pelo IHO, diminuiu com o aumento da profundidade do solo.

  7. Emprego da sondagem elétrica vertical integrada às análises químicas e microbiológicas no diagnóstico preliminar da contaminação do solo e da água subterrânea no cemitério municipal da cidade de Rio Claro (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Vieira Xavier

    2018-03-01

    Full Text Available RESUMO Necrochorume é um efluente gerado a partir da decomposição de corpos. Em cemitérios, a principal causa de poluição subsuperficial é a sua percolação, que altera significativamente o solo, impedindo-o de realizar suas funções naturais. Particularmente no Brasil, pela falta de planejamento consequente do histórico cultural, os cemitérios se localizam totalmente integrados à malha urbana, representando um problema de saúde pública. O risco de contaminação está associado à presença de elementos, como compostos nitrogenados, metais pesados, vírus e bactérias, com riscos inerentes à saúde humana. Na literatura, esses contaminantes têm sido constantemente identificados no ambiente geológico a partir de resultados analíticos de água e solo quando comparados a uma área não impactada. A presente pesquisa objetivou investigar eventuais alterações no meio físico subsuperficial do cemitério municipal da cidade de Rio Claro, São Paulo, por meio dos resultados analíticos dos poços, apoiados por dados obtidos da técnica geofísica da sondagem elétrica vertical (SEV. Os resultados apontaram boa correlação com a evolução espacial e temporal da ocupação do cemitério ao longo de sua história.

  8. Continuidade espacial da condutividade hidráulica saturada do solo na bacia hidrográfica do Alto Rio Grande, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Cristina Alvarenga

    2011-10-01

    Full Text Available A distribuição espacial da condutividade hidráulica saturada (k0 é essencial para estudos relacionados a erosão do solo e escoamento superficial. Este trabalho objetivou estudar a continuidade espacial do atributo hidrológico do solo k o na Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande, MG, e realizar seu mapeamento por meio de técnicas geoestatísticas, utilizando dados sem e com transformação logarítmica. Os modelos de semivariograma esférico e exponencial foram ajustados ao semivariograma experimental pelo método dos Mínimos Quadrados Ordinários (MQO e Mínimos Quadrados Ponderados (MQP. Técnicas de validação cruzada e preditiva foram aplicadas para a escolha do melhor modelo. Os resultados indicaram que, ao se trabalhar com o logaritmo dos dados de k o, houve redução de pontos discrepantes e de anisotropia, entretanto os valores mais elevados de grau de dependência espacial foram observados nos dados sem transformação. O ajuste do modelo esférico, por meio do método MQO, foi o que produziu melhor desempenho na modelagem da continuidade espacial de k0. Os mapas gerados a partir dos dados sem e com transformação logarítmica não apresentaram o mesmo comportamento na distribuição espacial dos valores, e o mapa dos dados na forma transformada teve o melhor detalhamento da distribuição espacial.

  9. Influência da queima controlada no pH do solo em povoamentos de Pinus spp, na região de Sacramento, MG.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Gomes Neto

    2009-09-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 O objetivo do presente trabalho foi estudar a influência da queima na variação do pH em solo com povoamento de Pinus caribaea Morolet var. hondurensis e Pinus oocarpa Schiedler. A pesquisa desenvolveu-se na região de Sacramento, Minas Gerais, em latossolo vermelho-amarelo, fase argilosa. Foram selecionados 2 talhões (250 x 600 m para cada espécie, demarcados por aceiros e queimados em dois períodos, às 10 e 16 horas, segundo a técnica de queima contra o vento. As áreas experimentais foram divididas em 8 parcelas, por espécie, em um delineamento completamente ao acaso. A coleta dos dados foi feita antes, imediatamente após, 7 meses e 14 meses após a queima em perfis de solo de 0-50 cm, abertos na interseção entre linhas e filas das árvores. Foram coletadas amostras da serrapilheira e de solo a várias profundidades. Verificou-se que após a queima, o pH em cloreto de potássio teve uma ligeira elevação, estabilizando-se até o final do período, em ambas as espécies estudadas. Para o pH em água, houve também uma ligeira elevação após a queima no Pinus oocarpa e um aumento significativo no final do período, para ambas espécies estudadas.

  10. Variação da Cobertura do Solo no Pantanal de 2000 a 2015 por Sensoriamento Remoto com Software e Dados Gratuitos

    OpenAIRE

    Poliana Neves Peres; Camila Leonardo Mioto; José Marcato Junior; Antonio Conceição Paranhos Filho

    2016-01-01

    Devido à grande importância ambiental e diante do avanço das atividades agropastoris no Pantanal, o presente estudo tem como objetivo analisar as modificações ocorridas na cobertura do solo na região, considerada uma das áreas mais ricas em biodiversidade do planeta. O trabalho justifica-se na relevância da preservação do Pantanal, já que este desempenha papel importantíssimo na manutenção de tal biodiversidade. Sendo a pecuária a base da economia local, e sabendo que é a atividad...

  11. Mineralização do carbono da palha de aveia e dejetos de suínos aplicados na superfície ou incorporados ao solo Carbon mineralization of straw and pig manure with and without incorporation in soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandro José Giacomini

    2008-12-01

    Full Text Available A mineralização do C de dejetos de suínos e de palhas de cereais é um processo ainda relativamente pouco estudado no Brasil. O objetivo deste trabalho foi avaliar a mineralização do C da palha de aveia, dos dejetos líquidos de suínos e da cama sobreposta de suínos, aplicados na superfície ou incorporados em um Argissolo Vermelho distrófico arênico, em condições de laboratório. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições dos seguintes tratamentos: solo; solo + palha incorporada; solo + palha em superfície; solo + cama sobreposta incorporada; solo + cama sobreposta em superfície; solo + dejetos líquidos incorporados; solo + dejetos líquidos em superfície; solo + palha + dejetos líquidos incorporados; e solo + palha + dejetos líquidos em superfície. Durante 80 dias de incubação, a emissão de CO2 foi medida continuamente. Ao final desse período, observou-se que foram mineralizados 59 % do C dos dejetos líquidos e apenas 23 % do C da cama sobreposta. A incorporação dos materiais orgânicos ao solo não resultou em maior mineralização do C, quando comparado à permanência desses na superfície do solo. O N amoniacal, aplicado com os dejetos líquidos de suínos, não aumentou a mineralização do C da palha de aveia.The C mineralization of pig manure and cereal straw is still relatively little studied in Brazil. The aim of this work was to evaluate C mineralization of oat straw, pig slurry and pig deep-litter, applied on the surface or incorporated in a Hapludalf soil, in laboratory conditions. The experiment was a completely randomized design with four replications of the following treatments: soil; soil + incorporated straw; soil + surface straw; soil + incorporated pig deep-litter; soil + surface pig deep-litter; soil + incorporated pig slurry; soil + surface pig slurry; soil + incorporated straw + pig slurry; and soil + surface straw + pig slurry. During the 80 days of incubation

  12. Redução da infestação de Brachiaria plantaginea em soja pela cobertura do solo com palha de aveia-preta Reduction of Brachiaria plantaginea infestation on soybean crop with black oat residues

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GIOVANI THEISEN

    2000-04-01

    Full Text Available Este trabalho foi conduzido em área da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Eldorado do Sul, RS, em 1996/97, com o objetivo de avaliar os efeitos de resíduos de aveia-preta (Avena strigosa Schreb. sobre o solo na densidade de papuã (Brachiaria plantaginea (Link Hitch. e no rendimento da cultura da soja (Glycine max L. Merrill. O experimento foi conduzido em delineamento de blocos casualizados em parcelas subdivididas, com quatro repetições; os tratamentos método de controle de papuã (nas parcelas e cobertura do solo (nas subparcelas foram arranjados em esquema fatorial. A densidade da planta daninha diminuiu de forma exponencial com o aumento da cobertura de aveia sobre o solo, variando de 829 a 86 plantas/m² para níveis de cobertura 0,0 t/ha e 10,5 t/ha, respectivamente. Houve maior infestação de papuã nas linhas do que nas entrelinhas da cultura. Não houve efeito da cobertura vegetal no rendimento da soja quando a cultura foi mantida livre de papuã. Por sua vez, níveis crescentes de resíduos vegetais sobre o solo controlaram papuã e aumentaram linearmente o rendimento da cultura. Nas condições de alta infestação da área, a produção de grãos aumentou na razão de 158 kg/ha de grãos por tonelada de palha sobre o solo.This work was conducted at Universidade Federal do Rio Grande do Sul, in Eldorado do Sul, Rio Grande do Sul State, Brazil, during 1996/97, to evaluate the effect of black oats (Avena strigosa Schreb. residues on alexandergrass (Brachiaria plantaginea (Link Hitch. density and on soybean (Glycine max L. Merrill yield. Treatments were arranged in split-plot in a randomized complete block design with four replicates, with weed control method as main plots and level of black oat residues as subplots. An exponential reduction of alexandergrass density was observed, with data varying from 829 to 86 plants/m² for levels of straw on the soil surface of 0 to 10.5 ton/ha, respectively. Higher weed

  13. Efeitos da lixiviação e salinidade da água sobre um solo salinizado cultivado com beterraba Effects of leaching and water salinity on a saline soil cultivated with sugar beet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo A. Ferreira

    2006-09-01

    Full Text Available Os efeitos de cinco lâminas de lixiviação e quatro níveis de salinidade da água de irrigação sobre a salinidade de um Neossolo Flúvico e a produtividade da cultura da beterraba (Beta vulgaris L. foram estudados em lisímetros de drenagem. Os tratamentos foram dispostos em arranjo fatorial com quatro níveis de condutividade elétrica da água de irrigação (1,0, 2,0, 3,0 e 4,0 dS m-1, a 25 °C e cinco lâminas de lixiviação equivalente a 0,25, 0,50, 0,75, 1,00 e 1,25 do volume de poros do solo ou 53, 106, 159, 206 e 248 mm, respectivamente, no delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. Os componentes avaliados foram a produtividade da cultura e as salinidades no solo e no lixiviado. Os resultados obtidos mostraram incrementos da salinidade no lixiviado com o decréscimo das lâminas de lixiviação. Os maiores índices de salinidade no perfil do solo, ao final do ciclo da cultura, corresponderam aos tratamentos que receberam as menores lâminas de lixiviação e condutividade elétrica da água de irrigação. A produtividade total da beterraba e a produção das raízes com diâmetros maiores que 3, 4, 5, 6 e 7 cm, não foram influenciadas pelos níveis de salinidade da água de irrigação e lâminas de lixiviação.The effects of five leaching depths and four salinity levels of the irrigation water on the salinity of a Neossol Fluvent and the productivity of sugar beet crop were studied using drainage lysimeters. A completely randomized experimental design was used with four replications, the treatments being displayed in a factorial scheme with four electrical conductivity levels of the irrigation water (1.0, 2.0, 3.0 and 4.0 dS m-1 at 25 °C and five leaching depths equivalent to 0.25, 0.50, 0.75, 1.00 and 1.25 of the soil pores volume or 53, 106, 159, 206 e 248 mm, respectively. The crop productivity and the salinity of soil and leachate were evaluated. The results showed increased salinity in the leachate

  14. Fósforo microbiano em solos sob pastagem natural submetida à queima e pastejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Bittencourt de Oliveira

    2011-10-01

    Full Text Available Em ecossistemas de pastagens naturais deficientes em P disponível, a imobilização temporária do P na biomassa microbiana e sua posterior mineralização podem ser considerados mecanismo potencial de suprimento de P às plantas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da queima e do pastejo da vegetação campestre sobre a dinâmica do P no solo, com ênfase no conteúdo de P imobilizado na biomassa microbiana. Os tratamentos consistiram da associação do pastejo (presença ou ausência e da queima (ausência ou presença numa pastagem natural manejada há 13 anos com histórico de queimadas e de pastejo nas posições de relevo de encosta (Argissolo e de baixada (Planossolo. A queima e o pastejo foram arranjados em delineamento completamente casualizado com quatro repetições. Coletaram-se amostras de solo na camada de 0-10 cm em duas épocas, durante a estação de crescimento da pastagem natural, sempre logo após o pastejo. A carga animal utilizada foi calculada adotando-se uma taxa de utilização de 20-35 % da massa de forragem. Determinaram-se o teor de P armazenado na biomassa microbiana do solo, o teor de P total e o de P orgânico total. A análise estatística dos resultados foi baseada em análise de variância via testes de aleatorização. O teor de P microbiano do solo sob pastagem natural variou de 11,4 a 57,3 mg kg-1, representando, em média, 38 e 32 % do P orgânico total do solo, na primeira e na segunda coleta, respectivamente. O P imobilizado na biomassa microbiana constitui a reserva potencial de P capaz de suprir a demanda de espécies nativas nas pastagens naturais, além de ser indicador mais sensível que o teor de P orgânico total do solo para detectar as alterações promovidas pelo pastejo. O manejo das pastagens naturais com fogo diminui a amplitude do incremento de P microbiano decorrente do pastejo.

  15. Óxidos de manganês em solos do quadrilátero ferrífero (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amaury de Carvalho Filho

    2011-06-01

    Full Text Available A mineralogia dos óxidos de Mn é muito variada e complexa, devido ao grande número de minerais e ao conhecimento inexato de algumas de suas estruturas. Devido à escassez de trabalhos que tratam especificamente de óxidos de Mn em solos brasileiros e seu conteúdo muito elevado em alguns solos do Quadrilátero Ferrífero (MG, este estudo objetivou caracterizar a química e a mineralogia desses óxidos nos solos dessa região, estratificando-os conforme os materiais de origem e posições na paisagem. O trabalho foi desenvolvido em uma área representativa do Quadrilátero Ferrífero, referente à Área de Proteção Ambiental da Região Metropolitana de Belo Horizonte - APA Sul RMBH, com extensão de 1.625,32 km²; a amostragem foi direcionada para a caracterização de solos com elevado teor de Mn, relacionados a três materiais de origem distintos: itabiritos, dolomitos ferruginosos e serpentinitos, tendo sido incluídos ainda alguns solos provenientes de outros materiais de origem, dentro do Quadrilátero. Alguns solos do Quadrilátero Ferrífero possuem teores de Mn na fração terra fina extraordinariamente elevados, principalmente aqueles relacionados aos dolomitos ferruginosos da Formação Gandarela. Foram identificados diversos minerais de Mn na fração argila dos solos, sem quaisquer pré-tratamentos de concentração, representados por todoroquita, litioforita e, ainda, pirolusita. A influência do material de origem no contexto deste estudo foi superior àquela da posição na paisagem e grau de intemperismo de solos ricos em Mn.

  16. Cinza vegetal na germinação e no desenvolvimento da alface

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Alves Terra

    2014-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da cinza vegetal na germinação e no desenvolvimento da alface da variedade Lucy Brown, tipo americana. O tipo escolhido foi semeado em bandejas de isopor com cento e vinte oito células. As bandejas continham os seguintes substratos: cinza vegetal, esterco bovino, casca arroz crua, casca de arroz carbonizada, serragem, misturados com solo na proporção de 1:1, além de substrato comercial, solo com adubação de NPK e solo sem adubação. Após o início da germinação, as plântulas foram contadas de três em três dias. Mudas de alface da mesma variedade com três folhas verdadeiras foram transplantadas para caixas de leite com os mesmos substratos. Trinta e três dias após o transplante, a alface foi colhida, as folhas foram contadas, a biomassa verde e a biomassa seca foram determinadas e os caules e as raízes foram contados. O substrato que proporcionou a maior germinação foi a mistura de solo com esterco. Depois, vieram o substrato comercial, o solo com casca de arroz carbonizada, o solo puro, o solo com casca de arroz crua, o solo com NPK, o solo com serragem e o solo com cinza vegetal. Neste último, germinaram apenas de 7,83% das sementes. No momento da colheita, verificou-se, para todos os parâmetros avaliados, com exceção do peso seco da raiz, que o substrato que proporcionou o melhor desenvolvimento foi o solo com esterco bovino, que se diferenciou estatisticamente dos demais substratos avaliados. A cinza vegetal influenciou negativamente tanto na germinação quanto no desenvolvimento das plantas de alface.

  17. Modificações nas propriedades dos solos de uma área de manejo florestal na Chapada do Araripe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Oliveira Araújo

    2013-06-01

    Full Text Available A Chapada do Araripe possui grande diversidade ambiental, onde é predominante o Latossolo Vermelho-Amarelo. Nela encontra-se a Floresta Nacional do Araripe (FLONA e várias unidades de manejo florestal (UMF. O objetivo deste estudo foi utilizar a análise multivariada para obter-se um indicador básico que represente um conjunto de atributos físicos, químicos e biológicos utilizados como indicadores de modificações nas propriedades dos solos de uma UMF. Foram analisados, em triplicata, na profundidade de 0-20 cm, solos de 15 pontos da UMF e quatro da FLONA, onde foram determinados nove atributos utilizados na identificação das peculiaridades de grupos de estado de recuperação dos solos e suas principais diferenças. A análise demonstrou que dois componentes principais respondem por aproximadamente 76 % da variância dos dados: o primeiro é o indicador da qualidade biológica, química e física dos solos; e o segundo, do estado de compactação. A análise de agrupamento multivariada, aplicada ao primeiro componente principal, evidenciou a formação de três grupos: um da FLONA e dois contendo amostras da UMF, em diferentes estados de recuperação. A utilização do teste de Tukey em nível de 5 % no agrupamento dos teores de matéria orgânica dos solos apresentou os mesmos grupos da análise de agrupamento multivariada, indicando que esse atributo pode ser utilizado como indicador básico na área de estudo.

  18. Análise comparativa das características da serrapilheira e do solo em cafezais (Coffea arabica L. cultivados em sistema agroflorestal e em monocultura, na Zona da Mata MG Comparative analysis of litter and soil characteristics under coffee (Coffea arabica L. crop in agroforestry and monoculture systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Matoso Campanha

    2007-10-01

    Full Text Available O aporte de serrapilheira em sistemas agroflorestais pode melhorar as características químicas e físicas do solo, diminuir a erosão e permitir a manutenção da umidade no solo por mais tempo. Isso faz dele um sistema alternativo de produção de café em regiões com solos propensos à degradação. Este trabalho teve como objetivo realizar uma análise comparativa da quantidade e teor de nutrientes da serrapilheira e das características de fertilidade e do teor de umidade dos solos, em cafeeiros cultivados sob sistemas agroflorestal e solteiro. A pesquisa foi realizada na Zona da Mata mineira, durante o período compreendido entre janeiro de 1999 e maio de 2000. O sistema agroflorestal contribuiu com 6,1 Mg ha-1 ano-1 de matéria seca de serrapilheira, no entanto o solteiro aportou 4,5 Mg ha-1 ano-1, ressaltando-se que esta última apresentou teor mais elevado de macronutrientes. O solo do sistema agroflorestal exibiu maior teor de umidade de 20-40 cm, maior capacidade de troca de cátions e soma de bases trocáveis, maior teor de K, Ca, Mg, Cu e Zn em ambos os horizontes do solo e menor índice de saturação de alumínio e alumínio trocável na camada mais profunda do que o solo sob a monocultura. No cultivo solteiro, o solo apresentou maior teor de P e de matéria orgânica, tanto na camada superficial quanto na profunda.Coffee plants in agroforestry systems is an alternative to full sunlight cultivation, presenting the potential benefits of enhancing soil chemical and physical characteristics, reducing soil erosion, besides maintaining soil moisture for longer periods. This research aimed at comparing the quantity and nutrient concentration in the litter, soil fertility and soil moisture in coffee crops under full sunlight monocrop and in agroforestry systems, at the Zona da Mata, Minas Gerais, Brazil. The research was carried out between January 1999 and May 2000. The agroforestry system, contributed with 6.1 Mg ha-1 year-1 of

  19. Fungos filamentosos do solo da Ilha dos Eucaliptos na Represa do Guarapiranga em São Paulo, SP Filamentous fungi from the soil of the "Ilha dos Eucaliptos" in the "Represa do Guarapiranga" in São Paulo State, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Barros dos Santos

    1998-04-01

    Full Text Available Foi estudada a diversidade dos fungos do solo da Ilha dos Eucaliptos na Represa do Guarapiranga em São Paulo, SP, sob floresta de Eucalyptus, mata de interseção e mata secundária remanescente, em duas épocas climáticamente distintas: março - época quente e úmida (verão e junho - época fria e seca (inverno de 1996. Os fungos filamentosos foram isolados pelos métodos da diluição em série e placa de solo. A similaridade entre as micotas foi estabelecida pelo índice de Sörensen. No total foram obtidos 44 táxons de fungos (Zygomycota, Ascomycota e fungos mitospóricos, distribuídos em 92 ocorrências. No solo sob a floresta de Eucalyptus spp. foram encontrados 20 táxons (31 ocorrências de fungos, no solo da interseção 32 táxons (38 ocorrências e no solo da mata secundária 16 táxons (23 ocorrências. Similaridade de 47% foi encontrada entre a micota do solo sob Eucalyptus com a da interseção, e desta com a micota da mata secundária. A micota do solo sob Eucalyptus e a da mata secundária apresentaram 39% de similaridade. Na época quente e úmida (verão a micota terrestre da Ilha foi composta por 26 táxons de fungos (47 ocorrências e na época fria e seca (inverno por 32 táxons (45 ocorrências, com 46% de similaridade entre ambas. Pela diluição em série foram isolados 33 táxons (60 ocorrências e pela técnica da placa de solo, 22 táxons (32 ocorrências. O número de colônias de fungos foi significativamente maior no solo da mata secundária, seguido pela vegetação de interseção e a floresta de Eucalyptus, independentemente da época de coleta. O possível efeito inibitório de Eucalyptus sobre a comunidade dos fungos do solo da Ilha pode ter sido expresso pela diminuição do número de colônias na área reflorestada, no entanto, não afetou a diversidade dos fungos, que se apresentou elevada nos três tipos de vegetação.The aim of the present study was to compare the diversity of the fungi in the soil

  20. Variabilidade espacial da agregação do solo avaliada pela geometria fractal e geoestatística Spatial variability of soil aggregation evaluated by fractal geometry and geostatistics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. R. P. Carvalho

    2004-02-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo explorar a aplicabilidade da teoria de fractais no estudo da variabilidade espacial em agregação de solo. A geometria de fractais tem sido proposta como um modelo para a distribuição de tamanho de partículas. A distribuição do tamanho de agregados do solo, expressos em termos de massa, é apresentada. Os parâmetros do modelo, tais como: a dimensão fractal D, medida representativa da fragmentação do solo (quanto maior seu valor, maior a fragmentação, e o tamanho do maior agregado R L foram definidos como ferramentas descritivas para a agregação do solo. Os agregados foram coletados em uma profundidade de 0-10 cm de um Latossolo Vermelho distrófico típico álico textura argilosa, em Angatuba, São Paulo. Uma grade regular de 100 x 100 m foi usada e a amostragem realizada em 76 pontos nos quais se determinou a distribuição de agregados por via úmida, usando água, álcool e benzeno como pré-tratamentos. Pelo exame de semivariogramas, constatou-se a ocorrência de dependência espacial. A krigagem ordinária foi usada como interpolador e mapas de contorno mostraram-se de grande utilidade na descrição da variabilidade espacial de agregação do solo.This work explored the applicability of the fractal theory for studies into space variability of soil aggregation. Fractal geometry has become a model for soil size particle distribution. The distribution of soil aggregates in terms of its mass was obtained, and model parameters such as the fractal dimension D, which is a representative measure of the soil fragmentation (the larger its value, the larger the fragmentation, and the largest aggregate size R L were defined as descriptive tools for soil aggregation. The aggregates were collected at a depth of 0-10 cm of a Clayey Ferrasol in Angatuba, São Paulo. A regular grid of 100 x 100 m was used and samples collected from 76 points, where the aggregate distribution was determined by humid way (water

  1. Influência da estrutura do solo na distribuição e na morfologia do sistema radicular do milho sob três métodos de preparo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W. M. P. Mello Ivo

    1999-03-01

    Full Text Available O estudo da distribuição de raízes no solo é um método adequado para se detectarem as condições adversas ou não ao seu desenvolvimento, bem como para avaliar o efeito das alterações introduzidas por sistemas de preparo do solo. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de métodos de preparo sobre determinadas características do solo e, por conseguinte, sobre o desenvolvimento do sistema radicular do milho. Para tal, foi utilizado um experimento de campo, instalado em um solo Podzólico Vermelho-Escuro com cinco anos de utilização por preparo convencional, reduzido e semeadura direta, na sucessão aveia + trevo/milho. Para observar as modificações estruturais do solo, usou-se o método do perfil cultural adaptado, acompanhado por determinações de densidade do solo, porosidade total, macro e microporosidade e resistência ao penetrômetro. Os métodos da parede do perfil e do monolito (prancha com pregos foram utilizados para determinar a distribuição e morfologia das raízes. Nos mapas estruturais descritos, observou-se que os modos de organização provocados pelos tratamentos explicaram parcialmente a presença das raízes no perfil. As plantas submetidas à semeadura direta, quando comparadas às do preparo convencional, tiveram o crescimento inicial das raízes diferindo do padrão diagonal normal e, ao final do ciclo, apresentaram raízes com maior raio médio nas profundidades de 10-15 e 25-35 cm e mostraram a densidade de comprimento (cm cm-3 maior na camada superficial (0-5 cm e menor na camada de 10-15 cm. Os sistemas de preparo não afetaram a massa seca de raízes e o rendimento dos grãos de milho.

  2. Degradação e adsorção de diuron em solos tratados com vinhaça

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. Prata

    2000-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da adição de vinhaça, nas doses de 100 e 200 m³ ha-1, nos processos de degradação e adsorção do herbicida diuron em solos Terra Roxa Estruturada (TR e Latossolo Vermelho-Amarelo (LV. Para o estudo da degradação, foi instalado um experimento em delineamento inteiramente casualizado, arranjado em fatorial 2 (solos x 3 (vinhaça: 0, 100 e 200 m³ ha-1, que foi conduzido por 120 dias. A mineralização foi avaliada por radiorrespirometria. Após os 120 dias, a molécula original e seus metabólitos foram extraídos do solo e detectados em "radio-scanner". Paralelamente, foi realizado um ensaio para avaliação do efeito das doses de vinhaça juntamente com o herbicida na atividade microbiana, pH e C orgânico do solo. O experimento de adsorção foi realizado com os mesmos tratamentos empregados no estudo de degradação, utilizando cinco concentrações do herbicida. A degradação do diuron no solo TR foi maior na presença de vinhaça, o que não foi observado para o LV. A adição do resíduo contribuiu para o aumento da atividade microbiana e do pH. A adsorção do diuron foi baixa nos dois solos, não apresentando influência da adição da vinhaça.

  3. Incorporação de gesso para correção da salinidade e sodicidade de solos salino-sódicos Incorporation of gypsum to correct the salinity and sodicity of saline-sodic soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio N. Tavares Filho

    2012-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o efeito da aplicação do gesso nas características químicas de solos salino-sódicos coletados no Perímetro Irrigado do Moxotó, localizado no município de Ibimirim, PE, um experimento foi realizado em colunas de solo instaladas no Laboratório de Mecânica do Solo e Aproveitamento de Resíduo da Universidade Federal Rural de Pernambuco. Os tratamentos foram dispostos em um delineamento inteiramente casualizado com esquema fatorial de dois solos (S1 e S2 e sete níveis da necessidade de gesso (50, 75, 100, 125, 150, 175 e 200% determinado pelo Método de Laboratório Schoonover-M1. O gesso foi incorporado aos solos, em três repetições, totalizando 42 unidades experimentais. As variáveis avaliadas foram: i condutividade elétrica (CE, ii cátions solúveis e iii relação de adsorção de sódio (RAS no extrato de saturação do solo. O nível de 100% da necessidade de gesso causou diminuição da sodicidade para valores de RAS Aiming to evaluate the effect of gypsum on the modification of chemical properties of saline-sodic soils collected in the Irrigated Perimeter of Ibimirim-PE, an experiment was carried out in soil columns installed at the Soil Mechanics and Residue Recovery Laboratoy at the Universidade Federal Rural de Pernambuco. The treatments were arranged in a completely randomized design with factorial arrangement of two soils (S1 and S2 and seven levels of gypsum requirement (50, 75, 100, 125, 150, 175 and 200% determined by the Laboratory Method Schoonover-M1. The gypsum was incorporated in to the soils, in three replications, totaling 42 experimental units. The parameters evaluated were: electrical conductivity (EC, soluble cations and sodium adsorption ratio (SAR in the saturation extract of soil. The level of the 100% of gypsum requirement caused decreased in sodicity values of SAR under 13 (mmol L-1½, presenting itself as an effective method in reducing the levels of sodium in areas affected

  4. UTILIZAÇÃO DA FIBRA DE RÁFIA COMO ADIÇÃO EM SOLO-CIMENTO PARA PRODUÇÃO DE TIJOLOS ECOLÓGICOS: UMA AVALIAÇÃO FÍSICO-MECÂNICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ádila Michele Santos

    2017-04-01

    Full Text Available À medida que a construção civil impacta negativamente o meio ambiente, buscam-se cada vez mais soluções que viabilizem a relação desenvolvimento-sustentabilidade. Visando encontrar o material e proporção ideais para produzir solo-cimento acrescido de resíduo que seja estável, resistente e durável, diversos materiais têm sido utilizados em estudos no comportamento técnico e mecânico do composto solo-cimento. O presente trabalho baseia-se na análise do desempenho do solo-cimento incorporado com fibra de ráfia, proveniente de sacarias residuais do município de Cruz das Almas - BA. Os resultados obtidos dos ensaios de resistência à compressão axial e absorção de água por imersão, indicaram que com o aumento da quantidade de fibra, a resistência mecânica evoluiu até certo ponto, a partir do qual, voltou a reduzir, e com o aumento da proporção de resíduo, houve redução da absorção de água em razão de ter-se elevado a impermeabilidade do composto.

  5. Análise discriminante dos solos por meio da resposta espectral no nível terrestre Soil discrimination analysis by spectral response in the ground level

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Rafael Nanni

    2004-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi desenvolver e avaliar um método para discriminação das classes de solos a partir de suas respostas espectrais, utilizando-se um sensor em laboratório. Os dados espectrais foram utilizados no desenvolvimento de modelos estatísticos para discriminar as classes de solos de uma área no sudoeste do Estado de São Paulo. Equações discriminantes foram desenvolvidas para as 18 classes. A resposta espectral foi obtida em amostras da porção superficial e da porção subsuperficial dos solos da área de estudo, num total de 370 amostras. As amostras foram coletadas em 185 ha, com uma tradagem por ha. Os resultados demonstraram que as classes de solos podem ser individualizadas e distinguidas pela análise discriminante. A análise registrou índices de acerto acima de 80% de determinação da classe de solo avaliada. O acerto global foi de 90,71% quando se utilizaram todas as classes para a geração dos modelos, e 93,44% quando se utilizaram as dez classes com maior número de indivíduos. O teste estatístico simulado mostrou-se eficiente na análise discriminante, com taxa média de acerto acima de 91%, com erro global de 8,8%. A análise demonstrou redução na qualidade do modelo quando aplicado para um subconjunto de 20% das amostras, com erro global de 33,9%. O método auxilia na discriminação de classes de solos pela sua reflectância, devido às interações físicas com a energia eletromagnética.The objective of this study was to develop and test a discrimination method for soil classes by their spectral response (SR, using a laboratory sensor. Spectral data were used to develop statistical model for discriminating soil classes in an area at the southwest of São Paulo State, Brazil. Discriminant equations were developed for 18 soil classes. The spectral data were obtained in superficial and subsuperficial soil samples in the study area, with a total of 370 samples. The samples were collected in 185 ha

  6. Experiência sobre o efeito da cobertura do solo na produção do morangueiro Effect of soil covering on strawberry yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leocádio de Souza Camargo

    1973-01-01

    Full Text Available São apresentados os resultados de experiência realizada em 1969, no Centro Experimental de Campinas, em Latossolo Vermelho-Amarelo, série Barão, sobre o efeito da cobertura do solo na produção de morangueiro (Fragaria híbridos. Estudaram-se a produção total do ano, de junho a dezembro, e a parcial dos primeiros meses de colheita, junho a julho, quando é maior o valor do produto. A variedade utilizada foi a Campinas IAC-2712, a mais cultivada no Estado de São Paulo. O delineamento do ensaio foi o de blocos ao acaso, com oito tratamentos e cinco repetições. As coberturas do solo foram as seguintes: plástico preto, com 0,0762 mm de espessura, e cobertura morta, da qual experimentaram-se as seguintes: casca de arroz, restos de plantas de arroz picados, capim-favorito (Rhynchelitrum roseum picado e seco, bagaço de cana-de-açúcar picado, restos de madeira de marcenaria picados. Foram estudados mais dois tratamentos, sem cobertura do solo: a com escarificação do solo até cerca de dois centímetros de profundidade, cada 14 dias, para facilitar a penetração de água de irrigação; b sem escarificação do solo. A cobertura do solo aumentou sensivelmente a produção total, além de evitar que os frutos se sujassem de terra. Considerando a produção total, os tratamentos com cobertura morta não diferiram entre si; o tratamento com plástico preto e aquele sem cobertura do solo, porém escarificado cada 14 dias, não diferiram entre si, mas foram inferiores a todos os outros tipos de cobertura morta (Tukey 5%. O tratamento com plástico preto foi superior somente ao tratamento sem cobertura do solo e sem escarificação (Tukey 5%. Quanto à produção parcial, precoce, os tratamentos com qualquer tipo de cobertura do solo não diferiram entre si, mas essa diferença foi altamente significativa sobre os tratamentos sem cobertura do solo (Tukey 1% .This paper presents the results obtained in 1969 at the Centro Experimental de

  7. Potencial de água no solo e na folha da videira "Sugraone" sob déficit hídrico Soil and leaf water potential of "Sugraone" grape under water deficit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia B. Marinho

    2011-11-01

    Full Text Available Propôs-se com este estudo conhecer a variação do potencial da água no solo e na folha da videira "Superior Seedless", tal como o crescimento da baga da uva sob diferentes condições de irrigação na fase de maturação da uva, na Fazenda Agrobrás Tropical do Brasil S/A, em Casa Nova, BA, em outubro de 2007. A videira foi irrigada nas épocas 21, 13 e 5 dias antes da colheita, com lâminas de 100, 50 e 0% da evapotranspiração da cultura e um tratamento adicional ("manejo do produtor". O potencial da água na folha e no solo foi aferido com a câmara de pressão e tensiômetros, respectivamente. O potencial da água da folha variou de -0,95 a -1,80 MPa, ao meio- dia e de -0,10 a -0,27 MPa, ao alvorecer. O potencial mátrico da água do solo atingiu valores de -5 a -79,5 kPa para os tratamentos menos e mais deficitários. O potencial da água na folha ao meio-dia sugere que, em alguns dias, o parreiral se encontrava sob estresse moderado e, em outros, sob estresse severo, independendo dos tratamentos de déficit hídrico. Ao alvorecer, o potencial indicou que as videiras estavam sob estresse suave ou em condições adequadas de manejo de água, mesmo a potencial matricial do solo elevado, em que não houve redução significativa no crescimento das bagas das uvas.This study aimed to measure the variation of soil and leaf water potential in the Sugraone (Superior Seedless grape, as well as the berry growth, under different irrigation conditions in the Fazenda Agrobrás Tropical do Brazil S/A, in Casa Nova, BA, in October, 2007 during maturation stage. The Superior Seedless cultivar was irrigated at 21, 13 e 5 days before harvest with water depths of 100, 50 e 0% of crop evapotranspiration (ETc and an additional treatment consisting of the farmer management. The results of leaf water potential using a pressure chamber and the respective soil matric potential from tensiometric readings are shown. Measurements of leaf water potential reached

  8. Dinâmica da umidade de um solo da Caatinga em função de sua condutividade térmica Soil moisture dynamics of a soil in 'Caatinga' as a function of the thermal conductivity

    OpenAIRE

    Alain M. B. P. de Silans; Lovania M. Werlang

    2011-01-01

    A elaboração de modelos SVATs (Soil Vegetation Atmosphere Transfer - Transporte no sistema solo-vegetação-atmosfera) apropriados, é de grande importância para a compreensão dos mecanismos de transferência de fluxos à superfície, com aplicações na modelagem da circulação atmosférica, na modelagem hidrológica e na modelagem ecodinâmica da vegetação. Neste trabalho se utiliza um modelo SVAT desenvolvido especificamente na região do Cariri, estado da Paraíba, para analisar o efeito dos gradientes...

  9. Use of nuclear technique in samples for agricultural purposes Uso de técnica nuclear em amostras de interesse na agricultura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kerley A. P. de Oliveira

    2013-02-01

    do cerrado (argiloso e arenoso. Adicionalmente, um material de referência de solo da Agência Internacional de Energia Atômica foi analisado. A concentração de ETR no PG foi, em média, duas vezes maior que a encontrada na maioria dos fertilizantes nacionais (total de 4.000 mg kg-1 , 154 vezes maior que no solo arenoso (26 mg kg-1 e 14 vezes maior que no solo argiloso (280 mg kg-1 . Os resultados obtidos no material de referência confirmaram a exatidão do método com intervalo de confiança de 95%. Foi comprovada a versatilidade da técnica ao serem determinados o La, Ce, Pr, Nd, Pm, Sm, Eu, Tb, Dy, Ho, Er, Tm, Yb e Lu em amostras de solo e fosfogesso de interesse na agricultura.

  10. Fluxo difusivo de zinco em amostras de solo influenciado por textura, íon acompanhante e pH do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. F. G. Oliveira

    1999-09-01

    Full Text Available O fluxo difusivo (difusão é a forma mais importante de transporte de zinco no solo, dada sua baixa concentração na solução. Este trabalho teve como objetivo avaliar o fluxo difusivo de Zn em amostras de um solo de textura argilosa (Latossolo Vermelho-Escuro - LE, outro de textura média (Podzólico Vermelho-Amarelo - PV e um terceiro de textura arenosa (Latossolo Vermelho-Amarelo - LV, submetidos a níveis de pH: pH natural (4,38 e 5,40, para o LE; natural (4,87 e 6,00, para o PV, e somente pH natural (4,64, para o LV, e a três fontes de Zn (ZnCl2, ZnEDTA e ZnSO4 nas doses de 0, 20 e 40 mg dm-3 de Zn. As unidades experimentais constituíram-se de 400 cm³ de amostras de solo, colocadas em câmaras feitas de tubos de PVC, com 10 cm de diâmetro e 5 cm de altura, contendo, cada câmara, uma lâmina de resina trocadora de cátions ácido forte (modelo CR61CZR IONICS, Inc como dreno de Zn, nas dimensões de 2,0 x 5,0 cm, colocada à profundidade de 2,5 cm no meio da câmara. As amostras, umedecidas até a capacidade de campo, foram incubadas por um período de 15 dias à temperatura de 24 ± 4ºC. Após esse período, as lâminas foram retiradas, realizando-se a extração do Zn adsorvido às lâminas de resina. O pH do solo demonstrou ser fator de grande importância no controle do fluxo difusivo do Zn, acarretando-lhe grande diminuição quando da elevação de pH. De modo geral, o fluxo difusivo de Zn foi menor com o aumento do teor de argila do solo. O fluxo difusivo de Zn foi maior, nos três solos, quando a fonte utilizada foi ZnCl2.

  11. OS SOLOS E GEOAMBIENTES DAS CAMPINARANAS AMAZÔNICAS: RELAÇÃO GENÉTICA ENTRE OS GEOAMBIENTES E A EVOLUÇÃO DA PAISAGEM EM UM TRANSECTO NA BACIA DO ALTO RIO NEGRO, AMAZÔNIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora de Sena Oliveira Mendes

    2017-08-01

    Full Text Available As Campinaranas Amazônicas da bacia do alto Rio Negro constituem ecossistemas singulares, que têm como substrato material arenoso, principalmente solos do tipo Espodossolos. Ocorrem em diferentes posições topográficas, como em zonas deprimidas sobre interflúvios tabulares, bases de vertentes, terraços fluviais e paleocanais e envolvidos pela floresta tropical amazônica, da qual diferem principalmente pelo porte dos indivíduos. Há variações fisionômicas importantes diretamente ligadas às condições edáficas (textura, teor de nutrientes e matéria orgânica, topográficas e à influência do nível freático. Embora ocupem áreas significativas da bacia do Rio Negro e constituam ambientes de grande fragilidade, ainda são poucos os estudos sobre a ecologia das Campinaranas na região. O Objetivo deste trabalho é caracterizar uma área de campinaranas além compreender relações genéticas entre o solo e a vegetação na escala da paisagem. Em campo foi feito um transecto abrangendo quatro geoambientes distintos. Em cada um deles o foram feitas análises do solo de complexo sortivo, teor de matéria orgânica, nitrogênio e textura. Constatou-se que os padrões florísticos, estruturais e de diversidade das Campinaranas estão fortemente relacionados à profundidade do lençol freático, à variação de textura e do teor de macro e micronutrientes. Dois geoambientes foram interpretados como mais antigos e dois como mais jovens a diversidade da vegetação e dos solos ao longo do transecto está intimamente ligada ao desenvolvimento e evolução da podzolização e ao processo de instalação e incisão da rede de drenagem na área. Conclui-se que a vegetação e sua variação no espaço se mostraram importante indicador da transformação.

  12. Crescimento e nodulação de Acacia mangium, Enterolobium contortisiliquum e Sesbania virgata em solo contaminado com metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I. C. B. Trannin

    2001-09-01

    Full Text Available Um dos desafios atuais da pesquisa é encontrar plantas e microssimbiontes tolerantes e que possibilitem a revegetação de áreas degradadas por excesso de metais pesados. Este experimento foi realizado no período de agosto a dezembro de 1998, em casa de vegetação do Departamento de Ciência do Solo da UFLA, Lavras (MG, com o objetivo de avaliar a tolerância a metais pesados e a capacidade de estabelecimento de simbiose de rizóbio de diferentes origens com Enterolobium contortisiliquum (tamboril, Acacia mangium (acácia e Sesbania virgata (sesbânia, em misturas de solos, que continham proporções de solo contaminado (PSC: (0, 15, 30, 45 e 60% v/v com Zn, Cd, Pb e Cu (18.600, 135, 600 e 596 mg dm-3, extraídos por aqua regia, respectivamente, diluído em Latossolo Vermelho distrófico. Estirpes recomendadas (E e isolados de solo contaminado (ISC e de solo não contaminado (ISNC, cuja tolerância a Cu, Cd e Zn foi determinada previamente "in vitro", foram inoculados. O aumento da PSC nas misturas inibiu o crescimento vegetativo, a produção de matéria seca e a nodulação das três espécies. A simbiose tamboril-BR4406 foi a mais tolerante e acácia-BR3617 a mais sensível à contaminação do solo. Os ISC que foram mais tolerantes "in vitro" formaram nódulos eficientes em solo sem contaminação, mas foram ineficientes em solos contaminados. Na PSC 15% (Zn = 750; Cd = 22,1; Pb = 65,1 e Cu = 111 mg dm-3 extraídos por DTPA a atividade específica da nitrogenase aumentou 5 e 10 vezes em relação ao solo sem contaminação para as simbioses sesbânia-BR5401 e tamboril-BR4406, respectivamente. A tolerância de rizóbio a metais "in vitro" não correspondeu à tolerância da simbiose em solo contaminado.

  13. Produtividade e qualidade tecnológica da cana-de-açúcar com o uso de condicionador de solo e bioestimulantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cintia Pires de Oliveira

    2013-07-01

    Full Text Available O trabalho foi realizado com objetivo de avaliar a produtividade e qualidade tecnológica da cana-de-açúcar submetida à aplicação de condicionador de solo e bioestimulante. O experimento foi instalado numa área de cana-de-açúcar no município de Chapadão do Céu – GO. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com quatro tratamentos e oito repetições. A variedade da cana-de-açúcar utilizada foi RB855453. As parcelas eram compostas de seis linhas de 20 metros de comprimento, totalizando 32 parcelas. Os tratamentos foram: T1 = testemunha; T2 = Agrolmin® + Regent® + Comet® (200 L + 250 g + 0,5 L ha-1; T3 (Agrolmin® + Regent® + Comet® (250 L + 250 g + 0,5 L ha-1 e T4 = Stimulate® + Regent® + Comet® + Starter® (0,5 L + 250 g + 0,5 L + 12 L ha-1. O plantio começou 30 de agosto de 2010 e foram avaliados: perfilhamento, produtividade de colmos, porcentagem aparente de sacarose, pureza, fibra e açúcar total recuperável. Os resultados mostram que o uso do condicionador de solo Agrolmin®, na dose de 250 L ha-1, proporcionou aumento no rendimento do número de colmos por metro e na produtividade da cana-de-açúcar, entretanto, não afetaram suas características tecnológicas. A aplicação de Stimulate® + Regent® + Comet® + Starter® não proporcionou efeitos na produtividade e na qualidade tecnológica da cana-de-açúcar.

  14. Efeito da umidade do solo sobre a capacidade de Canavalia ensiformis e Stizolobium aterrimum em remediar solos contaminados com herbicidas Effect of soil humidity on Canavalia ensiformis and Stizolobium aterrimum capacity of remediating soils contaminated by herbicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.F. Belo

    2007-01-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, avaliar os efeitos da umidade do solo sobre a capacidade de Canavalia ensiformis e Stizolobium aterrimum em remediar solos contaminados com os herbicidas tebuthiuron e trifloxysulfuron-sodium. O trabalho foi realizado em duas etapas, sendo na primeira avaliado o crescimento de C. ensiformis e S. aterrimum em solo com diferentes níveis de umidade, contaminados ou não com herbicidas. Os tratamentos foram compostos pela combinação entre os herbicidas tebuthiuron, trifloxysulfuron-sodium e ausência de herbicida, associados a quatro teores de água do solo (0,287, 0,358, 0,431 e 0,575 kg kg-1, dispostos em esquema fatorial 3 x 4, sob delineamento inteiramente casualizado, com três repetições, para cada espécie remediadora. Após o preparo do substrato e enchimento dos vasos, aplicou-se à superfície do solo o herbicida trifloxysulfuron-sodium ou tebuthiuron. Um dia após essa aplicação, procedeu-se à semeadura das espécies remediadoras. Nessa mesma época, utilizaram-se, como testemunha, vasos sem planta remediadora, porém com os mesmos níveis de umidade e com aplicação do herbicida mantido nas mesmas condições daqueles com plantas remediadoras, as quais foram colhidas 60 dias após semeadura. Nessa ocasião, foram avaliadas a altura e a massa seca da parte aérea (MSPA dessas espécies. Todo o material colhido foi triturado e incorporado ao solo dos seus respectivos vasos. Na segunda etapa, avaliou-se a capacidade remediadora de C. ensiformis e S. aterrimum. Os tratamentos foram compostos pela combinação entre quatro níveis de umidade e cinco tipos de cultivo prévio: cultivo de C. ensiformis e S. aterrimum na presença e ausência do herbicida e um tratamento sem cultivo prévio e com aplicação do herbicida, dispostos em esquema fatorial 4 x 5, sob delineamento inteiramente casualizado, com três repetições, para cada herbicida avaliado. Amostras de 0,5 kg de solo foram retiradas dos vasos (6

  15. Influência das frações de areia na retenção e disponibilidade de água em solos das formações Caiuá e Paranavaí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonez Fidalski

    2013-06-01

    Full Text Available Tem sido verificado que a adoção das técnicas de uso e manejo para solos derivados do arenito Caiuá no noroeste do Paraná nem sempre corresponde às expectativas de produção das culturas. Nessa região ocorrem duas Formações desse arenito: a Caiuá e a Paranavaí, com diferenças na granulometria dos solos. A hipótese é de que os solos da Formação Caiuá tenham menor retenção e disponibilidade de água para a produção agrícola, em razão da maior proporção da fração de areia grossa do que solos da Formação Paranavaí. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a retenção e disponibilidade de água do solo em integração lavoura-pecuária e cultivado com abacaxi em solos do arenito das Formações Caiuá e Paranavaí, no noroeste do Paraná. Em 2010, foram realizadas duas amostragens de solo em quatro áreas agrícolas comerciais de integração lavoura-pecuária e produção de abacaxi, que apresentaram textura arenosa na camada de 0-40 cm; nessas havia evidências de que, mesmo com a utilização das melhores técnicas agronômicas de manejo de solo, as produtividades de soja, pastagem e de abacaxi eram muito baixas nos solos da Formação Caiuá. Coletas de amostras de solo deformadas e indeformadas nas camadas de 0-10, 11-20 e 21-40 cm foram realizadas para caracterizar a granulometria (argila, silte, areia fina e areia grossa, o carbono orgânico e a retenção de água no solo. Os solos da Formação Caiuá têm granulometria mais grosseira, poros de maior diâmetro e menor disponibilidade de água do que os da Paranavaí. Os riscos de deficiência hídrica são maiores em solos da Formação Caiuá do que os da Paranavaí.

  16. Caracterização de plintitas e petroplintitas em solos da depressão central do Rio Grande do Sul Plintites and petroplintites characterization in soils from central depression of the Rio Grande do Sul state, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pablo Miguel

    2013-06-01

    Full Text Available A presença, composição e distribuição de concreções ferruginosas no solo, denominadas de plintitas e petroplintitas, é condicionada às características ambientais da região, atribuindo propriedades intrínsecas ao solo. O objetivo do estudo foi caracterizar plintitas e petroplintitas de solos da Depressão Central do Rio Grande do Sul através da avaliação de características químicas e mineralógicas dessas feições. Para tanto, procedeu-se à caracterização química, morfológica e granulométrica de três perfis de solo. As concreções ferruginosas presentes em alguns horizontes foram separadas da matriz do solo e submetidas, separadamente, a sucessivos procedimentos de extrações seletivas de Fe e Al. Os horizontes dos solos apresentaram ampla variação de textura e atributos químicos como pH, S, V, m e Matéria Orgânica. Os teores de Feh, Fed e Feo seguiram a tendência: matriz do soloThe presence, composition and distribution of ferruginous concretions in the soil, called plinthite and petroplinthites, are conditioned to the environmental characteristics of the region, attributing intrinsic properties to the soil. The objective of this study was to understand the composition of plinthite and petroplinthites, of soils at the Central Depression of Rio Grande do Sul state, Brazil, by the evaluation of chemical and mineralogical characteristics of these features. For this, chemical, morphological and particle size characterization of three soil profiles, was performed. The ferruginous concretions present in some horizons were separated from the soil matrix and submitted, separately to successive procedures for selective extraction of Fe and Al. The horizons of the soils showed a wide variation of textures and chemical attributes such as pH, S, V, m and MO. The levels of Feh, Feo and Fed followed the trend of the soil matrix

  17. Proteção do solo por plantas de cobertura de ciclo hibernal na região Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Regina Dahlem Ziech

    2015-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de plantas de cobertura de ciclo hibernal na proteção do solo, na região Sudoeste do Paraná, em função da taxa de cobertura, da produção de matéria seca (MS, da relação C/N e da manutenção da MS remanescente dos resíduos vegetais na superfície do solo. Foram utilizados como cobertura do solo: aveia-preta (Avena strigosa, azevém (Lolium multiflorum, centeio (Secale cereale, tremoço-branco (Lupinus albus, ervilhaca comum (Vicia sativa, nabo forrageiro (Raphanus sativus e consórcios entre aveia-preta + ervilhaca comum (A+E e aveia-preta + ervilhaca comum + nabo forrageiro (A+E+N. O experimento foi avaliado durante os anos agrícolas 2010/2011 e 2011/2012. A decomposição das plantas de cobertura foi determinada com uso de bolsas de decomposição ("litter bags". A aveia-preta e os consórcios proporcionaram maiores taxas de cobertura do solo aos primeiros 50 dias após a semeadura, com aporte de MS superior a 2.600 kg ha-1 na superfície do solo. O consórcio entre A+E+N apresentou relação C/N equilibrada e decomposição intermediária em relação ao cultivo solteiro, tendo promovido 1.045 kg ha-1 de palhada sobre o solo, 120 dias após seu manejo. Gramíneas puras e consórcios com gramíneas apresentam maior potencial de proteção do solo

  18. Avaliação da macroporosidade e da densidade de partículas do solo através da microtomografia de raios-x

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Macedo

    1999-12-01

    Full Text Available A Ciência do Solo procura compreender e modelar os fenômenos ocorridos no solo, principalmente na zona não saturada. Como o entendimento de muitos desses fenômenos exige determinações em escalas que permitam incorporar aos modelos a variabilidade de poros e agregados, desenvolveu-se, na Embrapa Instrumentação Agropecuária, um tomógrafo de raios-X, de resolução micrométrica, com o objetivo de se obterem imagens, de forma não-destrutiva, de amostras de solo, com resolução espacial igual ou inferior a 100 μm. Foi possível projetar e construir um equipamento, de alta resolução, com baixo custo, comparativamente aos equipamentos comerciais disponíveis, cujos preços são proibitivos para aplicações em solo. Obtiveram-se imagens de amostras de solos com estrutura deformada, compostos por agregados de 212 a 250 μm, nos quais foram identificados poros medindo 100 μm ou menos. Poros dessas dimensões foram visualizados, também, em tomografias de amostras compostas de grãos de areia de 1 mm e capilares de vidro com diâmetros internos de 100, 200 e 300 μm. Tomografias de amostras não deformadas de solos evidenciaram, além de poros de 200 a 800 μm, partículas de alta densidade não-detectáveis com a tomografia de resolução milimétrica.

  19. INFLUÊNCIA DA ADIÇÃO DE PALHA DE CANA-DE-AÇÚCAR NA DEGRADAÇÃO DE 14C-AMETRINA EM SOLO AREIA QUARTZOSA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. COSTA

    1997-09-01

    Full Text Available A degradabilidade do herbicida ametrina foi determinada em solo Areia Quartzosa com e sem adição de folhas secas de cana-de-açúcar, cultivada em campo, tratada ou não tratada com herbicida ametrina e em solo esterilizado. Amostras de 10g de solo com umidade ajustada à 70% da capacidade de campo e tratadas com 1ml de 14C-ametrina, na concentração de 8mg/ml e atividade específica de 800Bq/mg, foram distribuídas em frascos com tampa e incubadas em ambiente escuro, a 23oC, por 63 dias. Comparando a mineralização da ametrina em solo sem adição e com adição de folhas de cana-de-açúcar tratada ou não tratadas, observou-se 12 a 13 vezes mais 14CO2 desprendido em solos com a adição de palha. Nestes tratamentos foi observado, após 63 dias de incubação, maior número de microrgarnismos, maior atividade microbiana e formação de maior número de metabólitos, quando comparados com os tratamentos sem adição de palha ou o esterilizado. Os resultados sugerem que a degradação da ametrina é de origem microbiológica e ocorre por cometabolismo.The degradation rate of the herbicide ametryn in a sandy soil was evaluated comparing the amendment of sugar cane straw cultivated with or without ametryn treatment, with non-amended soil, and sterilized soil control. Samples of 10g of soil were placed in flasks, treated with 1ml of 14C-ametryn (8mg/ml and 800Bq/mg, and were tightly closed and incubated in the dark at 23oC for 63 days. Every week the CO2 traps were changed and soil water content ajusted to 70% of soil field capacity. The mineralization rate of ametryn was 12 and 13 times higher with soil amendement of treated leaves and non-treated leaves, respectivily as compared to non amended soil. The leaf amendement led to a greater number of microrganism colonies, higher microbial activity and more ametryn metabolites than non-amended or sterilized soil. The results suggest that ametryn degrades mainy through microbial co-metabolism.

  20. USO E OCUPAÇÃO DO SOLO EM ÁREAS DE ASSENTAMENTOS RURAIS NO NORTE DE MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Praes de Almeida

    2017-06-01

    Full Text Available Com a intensificação das atividades humanas, com aumento das taxas de uso e ocupação dos solos, aumentaram as discussões no âmbito da reforma agrária e da viabilidade dos assentamentos rurais. Assim, este estudo teve como objetivo comparar o uso e a ocupação dos solos em áreas de assentamentos rurais na região norte de Minas Gerais. Três assentamentos rurais foram selecionados para comparação das classes de uso da terra nos anos de 2003 e 2014, com auxílio de técnicas de sensoriamento remoto. A amostragem de solo foi realizada nas classes do uso definidas para determinação dos atributos químicos. Os resultados obtidos foram submetidos à análise de variância e as médias pelo teste de Tukey (p<0,05, com auxílio do programa R. Foi possível verificar que os três assentamentos rurais, apresentaram decréscimo nas áreas de vegetação nativa e acréscimo nas áreas de culturas e de solo exposto. Na análise da acurácia da classificação foi observado um Índice Kappa satisfatório, e pode-se inferir que os assentamentos rurais tiveram significante mudança no intervalo de 11 anos de uso. A fertilidade do solo melhorou na camada superficial (0-20 cm das áreas ocupadas com culturas e que foram bem manejadas.

  1. Distribuição de estanho em solos e em estevas da área envolvente das minas de Neves Corvo Tin distribution in soils and plants, Cistus ladanifer L., in Neves Corvo mining are

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. J. Batista

    2009-01-01

    Full Text Available A área mineira de Neves Corvo inclui a Mina de Neves Corvo (MNC cuja exploração teve início em 1988 para Cu e Sn e outras seis minas de Mn e Cu já abandonadas. Na região ocorrem formações geológicas do Complexo Vulcano-Sedimentar (CVS hospedeiras dos sulfuretos maciços portadores das mineralizações e formações do grupo do Flysch compostas de xistos e grauvaques. Neste trabalho, estudou-se a distribuição do estanho nos solos e a sua capacidade de absorção e translocação pelas plantas (Cistus ladanifer L. na área mineira de Neves Corvo. As amostras foram colhidas em duas campanhas, entre 1971-72, cerca de 27 anos antes da laboração na MNC, e numa 2ª campanha (1998, 10 anos após o inicio da laboração desta mina, onde nos mesmos locais foram colhidos solos e plantas. As amostras de solos (horizonte superficial, de ambas as campanhas, e de plantas da 2ª campanha foram sujeitas a digestão com quatro ácidos para análise total dos elementos por ICP-AES. Os solos das duas campanhas, desenvolvidos no Flysch, apresentam as mesmas concentrações médias de Sn (2,9 mg kg -1, contrariamente ao que acontece nos solos que cobrem as formações do CVS cujas concentrações na 2º campanha são cerca do dobro das da primeira (4,5 e 10,4 mg kg-1 , respectivamente na 1ª e 2ª campanhas, notando-se assim a influência da actividade mineira nestas formações que são hospedeiras da mineralização de estanho. No entanto, em ambos os casos, os solos apresentam concentrações médias de Sn consideradas de fundo geoquímico. Em geral, as plantas apresentam concentrações de Sn mais elevadas nas raízes do que na parte aérea. Os solos apresentam teores de Sn inferiores aos das plantas indicando que estas têm capacidade para acumular aquele elemento. Este facto, pode estar relacionado com a presença de estanho nos solos quase neutros, sob a forma de estanite, também observada nas mineralizações. Nas plantas próximas da explora

  2. Atividade enzimática e perfil da comunidade bacteriana em solo submetido à solarização e biofumigação Enzymatic activity and bacterial community profile in soil under solarization e biofumigation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samuel Ribeiro Passos

    2008-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da solarização e da biofumigação sobre a comunidade microbiana do solo, por meio da atividade da enzima beta-glicosidase e do perfil do 16S rDNA, determinado com PCR-DGGE. A solarização do solo, com cobertura de plástico, foi feita por períodos de dois, quatro e seis meses, e a biofumigação foi realizada pela incorporação de 2 e 5% (v/v de cama-de-frango ao solo. Logo após a retirada da cobertura de plástico e aos 30 dias após a remoção, a atividade da beta-glicosidase foi menor em relação ao tratamento não solarizado. Aos 60 dias, não foram mais observadas diferenças entre os tratamentos. A adição de cama-de-frango a 5% estimulou a atividade da beta-glicosidase. O perfil da estrutura da comunidade bacteriana foi influenciado pelo tempo de solarização, independentemente da época da retirada da cobertura de plástico. Não foi observado efeito da adição de cama-de-frango ao solo, no perfil da comunidade. A solarização afeta a atividade da beta-glicosidase, mas esses efeitos não são mais detectáveis após 60 dias da retirada da cobertura de plástico, diferentemente do que foi observado em relação à estrutura da comunidade bacteriana por PCR-DGGE. A biofumigação estimula a atividade da beta-glicosidase, mas não afeta o perfil da comunidade microbiana.The objective of this work was to evaluate the effects of solarization and biofumigation on the soil microbial communities, by means of beta-glucosidase activity and 16S rDNA PCR-DGGE analyses. Solarization with a plastic covering of the soil took place over two, four and six months, and the soils were biofumigated by the addition of 2 and 5% (v/v of chicken litter to the soil. Right after the plastic cover removal and after 30 days, beta-glucosidase was lower than in the nonsolarizated control. After 60 days, there were no longer significant differences in beta-glucosidase activity between treatments. The addition

  3. Ambientes terrestres da ilha da Trindade, Atlântico Sul: Caracterização do solo e do meio físico como subsídio para criação de uma Unidade de Conservação

    OpenAIRE

    Clemente, Eliane de Paula

    2006-01-01

    As ilhas oceânicas brasileiras possuem grande importância ambiental, tanto do ponto de vista da biodiversidade quanto do interesse científico, em virtude do isolamento geográfico. Dentre estas, a ilha da Trindade destaca-se por ser a mais isolada e úmida do conjunto das ilhas oceânicas brasileiras. Foram estudados os principais solos que ocorreram na ilha da Trindade, com ênfase em suas características químicas, físicas, mineralógicas e micromorfológicas peculiares, nos diferentes estratos am...

  4. Uso de resíduos em pavimentos de estradas florestais: caracterização de solos e misturas solo-grits Application of waste in forest road pavements: characterization of soils and soil-grits mixtures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reginaldo Sérgio Pereira

    2006-08-01

    Full Text Available Este artigo aborda uma etapa preliminar de um estudo direcionado às propriedades de engenharia de misturas de solos e aditivos químicos, para fins de aplicação em estradas florestais. Trabalhou-se com amostras de dois solos da Zona da Mata Norte de Minas Gerais, Brasil, de texturas arenosa e argilosa, estabilizadas com o resíduo industrial denominado "grits" proveniente de indústria de celulose. Foram realizados ensaios geotécnicos nos solos e nas misturas solo-aditivo químico, como se segue: análise granulométrica, peso específico dos sólidos, limites de Atterberg e compactação. Os resultados encontrados dos ensaios de laboratório revelaram que o resíduo apresentou bom desempenho como agente estabilizante, alterando significativamente a plasticidade e os parâmetros de compactação dos solos analisados.This paper addresses data from a research program in development on engineering properties of soil-chemical stabilizer mixtures for forest road application. Soil samples from sandy and clayey soils from the Zona da Mata Norte of Minas Gerais, Brazil, stabilized with grits (waste from cellulose industries were used throughout the study. The laboratory-testing program comprised the following geotechnical tests: sieve analysis, density of solid particles, Atterberg limits and compaction. Data supported the good behavior of waste as stabilizer agent changing significantly soil plasticity and compaction parameters.

  5. Bibliometria, história e geografia da pesquisa brasileira em erosão acelerada do solo Bibliometrics, history and geography of Brazilian research on accelerated soil erosion

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Giaroli de Oliveira Pereira Barretto

    2008-12-01

    Full Text Available Há poucos estudos sobre a história da ciência do solo e, no Brasil, essa matéria ainda não recebeu maior atenção por parte de sua comunidade científica. Este trabalho focaliza a formação histórica da pesquisa brasileira em erosão acelerada do solo a partir de uma análise bibliométrica e geográfica, com base numa ampla compilação de artigos científicos publicados sobre o tema por autores vinculados a instituições brasileiras. A metodologia envolveu o armazenamento, em um banco de dados dimensional, estruturado especificamente para esse objetivo, de informações espaciais e bibliométricas. Indicadores quantitativos foram calculados, e a geografia da pesquisa foi mapeada por meio de consultas SQL e ferramentas de geoprocessamento. Os resultados apontaram para gênese recente da pesquisa brasileira em erosão acelerada do solo e centralização da produção científica e formação de linhas em instituições e autores do Sul e Sudeste do Brasil. Ainda, a análise dos dados temáticos indicou predominância do enfoque da erosão a partir de uma perspectiva agrícola e grande ênfase na pesquisa dos fatores do modelo USLE de estimativa de erosão.Soil science history studies are rare and the Brazilian scientific community has not given substantial attention to this subject yet. The present study focused on the formation of research on accelerated soil erosion in the Brazil from a bibliometric perspective. A comprehensive database of published scientific papers was organized in a relational database and analyzed by SQL queries and GIS tools. These data were used to calculate quantitative indicators and spatial distribution patterns. Results indicate a recent development of research on accelerated soil erosion in Brazil by few institutions and authors in the South and Southeast regions. Moreover, a thematic analysis indicated the agricultural perspective as the main focus of erosion studies, with a great emphasis on the USLE

  6. Influência de resíduo de serragem de mármore na condutividade hidráulica do solo e na qualidade da água Influence of marble cutting waste on soil hydraulic conductivity and water quality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Almeida Bertossi

    2011-01-01

    Full Text Available A grande quantidade de resíduos gerada na serragem de rochas ornamentais e as características destes materiais indicam possibilidades de uso no enriquecimento mineral e na correção de acidez de solos. No entanto, seus efeitos no meio ambiente são ainda desconhecidos, sendo necessário realizar estudos que garantam sua utilização de forma segura, sem oferecer riscos à qualidade da água e do solo. Nesse sentido, com objetivo de avaliar a influência da adição de resíduos provenientes da serragem de mármore na condutividade hidráulica de solos e na qualidade da água percolada, foram realizados ensaios em colunas preenchidas com misturas de solo e resíduo, interligadas a um permeâmetro de carga constante. Os valores de condutividade hidráulica obtidos nas misturas de solo e resíduo de mármore, comparados com solo sem adição de resíduo mostraram que não houve influência na velocidade de percolação da água. Na água percolada houve aumento da condutividade elétrica, do pH e dos teores de Ca e Mg, e diminuição do Mn. Os parâmetros de qualidade da água foram comparados com a normatização do Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA, que fixa os limites aceitáveis para a água subterrânea. Também foram feitas comparações quanto ao grau de restrição do uso da água para irrigação, buscando verificar possíveis riscos ao crescimento vegetal.The high quantities of wastes that have been produced by dimension stone industry and the characteristics of these materials indicate possibilities of using them as soil enriching and corrective of soil acidity. However, their environmental effects are not known requiring studies to guarantee a safe utilization. Tests using a constant head permeameter interconnected to columns filled with mixture of soil and marble waste were conducted aiming to analyze the influence of wastes on soil hydraulic conductivity and quality of percolated water. Results showed that the aggregation

  7. Limitações nutricionais para a cultura do arroz irrigado em solo orgânico da região Norte Fluminense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W.E. de B. Andrade

    1997-09-01

    Full Text Available As limitações nutricionais de um solo orgânico para a cultura do arroz irrigado por inundação, cv. Inca, foram identificadas em casa de vegetação em Lavras (MG de dezembro/94 a junho/95. Coletou-se o material do solo utilizado na região Norte Fluminense, constituindo os tratamentos de testemunha (solo natural, completo (N, P, K, calcário, S, B, Co, Cu, Mo e Zn, e completo menos um nutriente de cada vez. Os resultados permitem concluir que a omissão de N e K reduziu a produção de matéria seca pela parte aérea do arroz, quando colhida na maturação dos grãos, em 28 e 24%, respectivamente, em relação ao completo. Não se observou decréscimo na matéria seca (maturação, quando houve omissão de fósforo, calcário, enxofre e micronutrientes da adubação. Na ausência de N, K e Zn, o acúmulo desses nutrientes na parte aérea das plantas de arroz foi inferior ao do tratamento completo.

  8. Métodos de preparo do solo e aplicação de gesso em argissolo vermelho: produtividade de colmos da cana-de-açúcar

    OpenAIRE

    Lima, Ronaldo C. [UNESP; Mello, Luiz M. M. De [UNESP; Yano, Élcio H. [UNESP; Silva, José O. R. Da [UNESP; Cesarin, André L. [UNESP

    2013-01-01

    O trabalho foi conduzido em área de expansão de cana-de-açúcar da Usina Vale do Paraná, no município de Suzanápolis - SP, na região do noroeste paulista. Foi utilizada a variedade de cana RB92-5345, espaçamento de 1,5 m entre linhas, em ARGISSOLO VERMELHO. O trabalho objetivou avaliar a produtividade em cana-planta e 1ª cana-soca e alguns atributos químicos de solo, em função dos métodos de preparo do solo e aplicação ou não de gesso. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao a...

  9. Mineralogia e físico-química dos solos de mangue do rio Iriri no canal de Bertioga (Santos, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Prada-Gamero R. M.

    2004-01-01

    Full Text Available A influência de condições halomórficas, hidromórficas e sulfato redutoras na mineralogia da fração argila e na geoquímica de três solos de mangue foi estudada no manguezal do rio Iriri. A partir de uma transeção, foram escolhidos três perfis representativos dos solos de mangue da área nos quais foram descritas as condições geoquímicas e sua conseqüência sobre a mineralogia de seus respectivos solos. A análise mineralógica (DRX e EDS e as condições físico-químicas encontradas revelam a ocorrência de processos de piritização na área de estudo. A assembléia mineralógica está composta tanto por argilominerais alóctones (caulinitas, micas e esmectitas como por argilominerais autóctones (micas, esmectitas e pirita. A partir de evidências provenientes da DRX e EDS, especula-se a formação de glauconita nestes solos. As condições de halomorfia e hidromorfia determinam valores de Eh e pH sob os quais elementos como Fe2+ e SO encontram-se livres na solução do solo com tendência à estabilidade da pirita (FeS2, favorecendo, portanto, o processo da piritização.

  10. Relações solo, superfície geomórfica e substrato geológico na microbacia do ribeirão Marins (Piracicaba - SP Soil, geological substrate and geomorphic surface relationships for the Marins river basin (Piracicaba, SP, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Roberto Teramoto

    2001-06-01

    Full Text Available O estudo das inter-relações entre aspectos pedológicos, geológicos e geomorfológicos de uma área são importantes para a compreensão da distribuição das unidades de mapeamento de solos na paisagem, constuituindo importante ferramenta para mapeamento de solos. Com o objetivo de estabelecer essas relações, efetuou-se um mapeamento detalhado dos depósitos geológicos superficiais, das superfícies geomórficas e das unidades de solos de uma área na microbacia do ribeirão Marins em Piracicaba, SP. Tais relações foram obtidas através de um sistema geográfico de informações e de um índice de homogeneidade para avaliar quantitativamente as inter-relações de cada tema estudado. A estratigrafia da área está representada por siltitos e folhelhos da formação Corumbataí, arenitos da formação Pirambóia, uma cobertura neo-cenozóica de textura média e por sedimentos holocênicos coluviais e aluviais. Foram identificadas cinco superfícies geomórficas e foram estabelecidas dez unidades de mapeamento em cinco classes, LATOSSOLO, ALISSOLO, ARGISSOLO, CAMBISSOLO e NEOSSOLO. o LATOSSOLO VERMELHO-AMARELO está relacionado à cobertura neocenozóica e à superfície I, mais alta. O Alissolo e os Argissolos Vermelho-Amarelos de textura arenosa/média relacionam-se aos arenitos da formação Pirambóia e às superfícies II e III em áreas com declive suave, posicionadas abaixo da I. Os NEOSSOLOS LITÓLICOS argilosos estão associados aos siltitos da formação Corumbataí, ocorrendo nas superfícies IV e V, mais recentes, inferiores e em áreas muito inclinadas. Os CAMBISSOLOS HÁPLICOS de textura variada relacionam-se aos alúvios-colúvios da base. Quanto mais velha e estável for a superfície geomórfica mais homogênea ela é em relação aos solos que nela ocorrem. A evolução pedogenética é maior na medida em que em que aumenta a idade da superfície. A variabilidade dos atributos químicos e físicos dos solos na camada de

  11. The effect of plantation silviculture on soil organic matter and particle-size fractions in Amazonia O efeito de manejo silvicultural de eucalipto sobre matéria orgânica e frações de solo na Amazônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Troy Patrick Beldini

    2009-12-01

    Full Text Available Eucalyptus grandis and other clonal plantations cover about 3.5 million ha in Brazil. The impacts of intensively-managed short-rotation forestry on soil aggregate structure and Carbon (C dynamics are largely undocumented in tropical ecosystems. Long-term sustainability of these systems is probably in part linked to maintenance of soil organic matter and good soil structure and aggregation, especially in areas with low-fertility soils. This study investigated soil aggregate dynamics on a clay soil and a sandy soil, each with a Eucalyptus plantation and an adjacent primary forest. Silvicultural management did not reduce total C stocks, and did not change soil bulk density. Aggregates of the managed soils did not decrease in mass as hypothesized, which indicates that soil cultivation in 6 year cycles did not cause large decreases in soil aggregation in either soil texture. Silt, clay, and C of the sandy plantation soil shifted to greater aggregate protection, which may represent a decrease in C availability. The organic matter in the clay plantation soil increased in the fractions considered less protected while this shift from C to structural forms considered more protected was not observed.Este trabalho teve como objetivo investigar a dinâmica dos agregados do solo e das suas frações derivadas dos mesmos em duas texturas de solo, cada uma com uma plantação de Eucalipto e uma floresta primaria imediatamente adjacente. Eucalyptus grandis e outros clones cultivados em plantações cobrem aproximadamente 3,5 milhões de hectares no Brasil. Os impactos de manejo intensivo de plantações de rotação curta sobre a estrutura de solo e a dinâmica de carbono (C são em grande parte desconhecidos em ecossistemas tropicais. No longo prazo, a sustentabilidade desses sistemas é provavelmente ligada à manutenção da matéria orgânica e à estrutura de agregação do solo, principalmente em áreas de solos de baixa fertilidade. Manejo silvicultural n

  12. Variabilidade espacial de atributos de solo e de Crotalaria juncea L. em área severamente erodida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. A. C. Salviano

    1998-03-01

    Full Text Available O trabalho foi desenvolvido numa área de produção comercial de cana-de-açúcar, situada no município de Piracicaba (SP, numa associação de Podzólico Vermelho-Amarelo + solo litólico, no período de novembro de 1994 a março de 1995. Essa área vem sendo explorada com cana-de-açúcar há, aproximadamente, 30 anos e apresentava diversos sulcos de erosão. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a variabilidade espacial de atributos de crotalária juncea (Crotalaria juncea L. e de solo em uma área sob condições de erosão severa. A área foi arada e gradeada com incorporação de 4 t ha-1 de calcário, antes da semeadura a lanço de 30 kg ha-1 de semente de crotalária juncea. Uma parcela de 50 x 70 m foi amostrada de acordo com uma malha de 5 por 5 m, totalizando 140 pontos. Foram avaliados atributos químicos do solo superficial (0,00-0,20 m e subsuperficial (0,20-0,40 m, sua granulometria e a espessura de solo remanescente (ES - definida como a camada do solo acima do horizonte C, além da produtividade de matéria seca (MS e altura da crotalária juncea (ALTPL. Os valores de atributos maiores ou menores que quatro desvios-padrões da média foram descartados. A colheita da parte aérea da crotalária foi realizada no início de sua floração, em miniparcelas de 2 x 2,5 m, e calculada a matéria seca. A dependência espacial dos atributos estudados foi avaliada por semivariogramas escalonados. Esses apresentaram dependência espacial, com exceção do P (0,00-0,20 m e K nas duas camadas. Os atributos puderam ser agrupados em três categorias homogêneas quanto ao alcance do semivariograma: atributos químicos do solo (12 a 32 m < componentes de planta (25 a 32 m < frações granulométricas (32 a 42 m. Os atributos que melhor explicaram a produtividade da crotalária juncea foram H + Al, valor T e saturação por bases.

  13. Sorção e mobilidade do lítio em solos de áreas de disposição final de resíduos sólidos urbanos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Fernando Coutinho de Oliveira

    2013-06-01

    Full Text Available Um dos grandes problemas da atualidade é a disposição inadequada dos resíduos sólidos urbanos no solo, e seus efeitos recaem, principalmente, na contaminação das águas e do solo. Este trabalho objetivou o estudo da sorção e da mobilidade do Lítio nos solos das áreas de disposição de resíduos sólidos urbanos dos municípios de Lavras, Campo Belo e Pouso Alegre, MG. A partir dos ensaios de sorção em batelada e mobilidade do Li em colunas de solo, ajustaram-se os parâmetros das isotermas de Freundlich e da equação de transporte de solutos no solo. Pelos resultados obtidos verificou-se que, dentre os solos avaliados, o do município de Lavras foi o que apresentou a maior mobilidade do Li seguido dos solos de Pouso Alegre e Campo Belo, sendo, portanto, mais vulnerável à contaminação das águas subterrâneas.

  14. Pó de forno de aciaria elétrica na microbiota do solo e no crescimento de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melloni Rogério

    2001-01-01

    Full Text Available Devido à grande produção de resíduos de siderurgia, tem sido indicado seu aproveitamento na agricultura como fonte alternativa de micronutrientes. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação do pó de forno de aciaria elétrica na microbiota de solos e sua potencialidade no fornecimento de micronutrientes à soja. O experimento foi realizado em casa de vegetação, com delineamento inteiramente ao acaso, com dois tipos de solo (Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA e Latossolo Vermelho (LV e quatro doses de pó de aciaria elétrica (0, 0,75, 1,50 e 3,00 g vaso-1 equivalendo a 0, 1, 2 e 4 t ha-1, com quatro repetições. Os solos foram corrigidos e fertilizados antes da adição do resíduo e semeadura de soja inoculada, em vasos de plástico de 1,5 L (duas plantas por vaso. Na floração, coletaram-se as plantas e amostras de solo de todos os tratamentos, para determinação da matéria seca da parte aérea e raízes, teores foliares de B, Cu, Fe, Mn, Zn, Cd e Pb, número de nódulos e sua matéria seca, atividade da nitrogenase dos nódulos, presença de diazotróficos associativos, respiração microbiana, C-biomassa microbiana e qCO2. Há respostas diferenciadas das comunidades microbianas dos solos LVA e LV ao resíduo de siderurgia aplicado, e essas comunidades demonstram maior sensibilidade ao efeito do resíduo de siderurgia do que os parâmetros de crescimento e nodulação da soja. O resíduo de siderurgia apresenta potencial de utilização como fonte de Zn à cultura da soja, nas doses de 0,5 e 1,4 t ha-1 em relação ao LVA e LV, respectivamente.

  15. A renda da terra e suas cambalhotas: uma discussão sobre renda fundiária urbana, solo como mercadoria e a centralidade do Iguatemi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margarete Rodrigues Neves Oliveira

    2008-09-01

    Full Text Available Este artigo analisa o processo de produção do mais novo centro de negócios de Salvador - a centralidade da área do Iguatemi. Valendo-se de uma discussão teórica sobre a renda da terra, este trabalho utiliza categorias de análise que possibilitam desvendar o processo de valorização de trechos do solo urbano nessa cidade. Partindo da interpretação de dados oriundos de projetos de planejamento municipal, estatísticas, legislação de uso do solo, notícias da imprensa, este trabalho mostra que essa centralidade surgiu como resultado de um sistema integrado de ações de diferentes agentes governamentais e privados nos últimos 40 anos. O artigo revela que por trás de discursos oficiais de desenvolvimento urbano e de políticas governamentais de planejamento, desenvolveram-se agendas e práticas de um planejamento urbano invisível, que alocou recursos e materializou trabalho numa porção .solo virgem. da cidade do Salvador. Este processo resultou na elevação do valor da renda fundiária dessa área, o que atendeu a interesses privados. Este estudo configura-se num esforço de tornar o invisível visível e fornece algumas bases para o uso de novos e alternativos modelos de interpretação da produção do espaço urbano. Abstract This article analyzes the process of production of the Salvador¥s newest central business district - the Iguatemi Area. Using the Land Income Theory, this paper applies its analytical tools to reveal the process of increasing of land income on this part of the city. Based on the data from municipal planning projects, statistics, land use legislation and press coverage, the paper show s that this new center is a result of an integrated system of different governmental and private agencies actions in the last 40 years. The article reveals that behind urban development official discusses and governmental planning policies, one agenda and practices of invisible urban planning were developed, seeking to

  16. Solubilidade de metais pesados em solos tratados com lodo de esgoto enriquecido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. Oliveira

    2003-02-01

    Full Text Available Os lodos de esgoto são materiais orgânicos ricos em nutrientes com potencial para o uso agrícola. A utilização desses materiais, no entanto, pode ser limitada pela presença de metais pesados na sua composição. Esta pesquisa teve por objetivos: (a avaliar a solubilidade de Cd, Pb e Zn em dois tipos de solos tratados com lodo de esgoto enriquecido com esses metais; (b verificar o efeito do tempo de contato nas mudanças da distribuição de Cd, Pb e Zn nas diferentes formas químicas de dois solos tratados com lodo de esgoto enriquecido com esses metais; (c verificar a influência das frações inorgânicas e orgânicas do lodo na dinâmica destes metais no solo. O enriquecimento do lodo de esgoto consistiu em adicionar Cd, Pb e Zn a um lodo de esgoto urbano produzido na Estação de Tratamento da Ilha do Governador (ETIG, Rio de Janeiro (RJ. Após 20 dias de incubação, sob umidade constante (50 % g g-1, o lodo enriquecido foi utilizado para a instalação de experimentos em amostras de duas classes de solos: Latossolo Vermelho-Amarelo (LV e Argissolo Vermelho-Amarelo (PV. Em laboratório, as amostras dos solos foram incubadas com quantidades equivalentes a 0; 20; 40 e 80 t ha-1 de lodo de esgoto enriquecido. Nos tempos de contato solo-lodo enriquecido de 4, 12, 16, 24 e 160 semanas, amostras de solos foram retiradas e submetidas à extração seqüencial de Cd, Pb e Zn. Observou-se, através da extração seqüencial, que compostos orgânicos solúveis formaram complexos, principalmente com cádmio e zinco, mantendo teores elevados destes elementos associados à fração solúvel em água durante todo o período experimental. A incorporação de compostos inorgânicos de Fe e Mn, através do lodo de esgoto, permitiu que o Cd, Pb e Zn se ligassem em sua maior parte, à fração extraível com hidroxilamina. Com o tempo de incubação, observou-se decréscimo dessa fração com aumento da fração residual, indicando decréscimo na

  17. Relação entre o alumínio extraível com KCl e oxalato de amônio e a mineralogia da fração argila, em solos ácidos brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel Octávio de Mello Cunha

    2014-10-01

    Full Text Available Em solos ácidos de ambiente mais tropical com esmectitas, assim como em solos altamente tamponados de ambiente subtropical, contendo esmectita com hidroxi-Al entrecamadas (EHE e, ou, vermiculita com hidroxi-Al entrecamadas (VHE, os teores de Al-KCl podem ser excepcionalmente altos; entretanto, em alguns casos não se manifestam efeitos fitotóxicos do elemento nas culturas. O Al "trocável" é tradicionalmente quantificado no extrato da solução de KCl 1 mol L-1 (Al-KCl, mas nem sempre esse elemento provém unicamente de formas trocáveis. Este trabalho objetivou investigar relações entre o Al extraído com solução de KCl e de oxalato de amônio com a mineralogia da fração argila. A quantificação do Al nos extratos de KCl e oxalato de amônio foi feita, respectivamente, por titulação com NaOH 0,02 mol L-1 padronizado e por espectrofotometria de absorção atômica. Foram utilizadas amostras de dois horizontes (A e B de 12 perfis de solo de cinco estados brasileiros (AC, PE, BA, RS e SC, com diferentes características mineralógicas, todos com teores de Al-KCl superior a 4 cmol c kg-1 no horizonte B. Dois perfis de SC (Rancho Queimado e Curitibanos, com níveis mais baixos de Al-KCl, foram incluídos para comparação. Os altos teores de Al-KCl evidenciaram-se relacionados com a mineralogia dos solos estudados. Nos solos ácidos com mais esmectitas, drenagem moderada ou imperfeita e oscilação do lençol freático houve evidências morfológicas, confirmadas pelas análises mineralógicas, de que no clima atual ocorre um processo de destruição de argilas, liberando Al que precipita como compostos amorfos. A alta concentração salina da solução de KCl dissolve parcialmente tais compostos, superestimando as formas trocáveis desse elemento, principalmente nos horizontes subsuperficiais. Nos solos ácidos do ambiente subtropical, os teores de Al-KCl também foram altos, embora com valores mais baixos do que nos com predomínio de

  18. Uso da Canavalia ensiformis como fitorremediador de solos contaminados por chumbo

    OpenAIRE

    Mazzuco, Kátia Teresinha Mateus

    2008-01-01

    Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química. Atualmente setores de várias áreas têm observado com grande interesse o crescente número de poluentes existentes em todo o mundo. Por esse motivo aumenta o interesse por técnicas remediadoras, tendo neste momento um foco maior o solo. Varias técnicas são estudadas e a fitorremediação possui um lugar de destaque devido à sua eficiência na descontaminação dos solos ...

  19. Resistência ao cisalhamento e grau de intemperismo de cinco solos na região de Lavras (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W. W. Rocha

    2002-06-01

    Full Text Available Atualmente os parâmetros da resistência ao cisalhamento dos solos podem ser uma ferramenta muito útil na estabilização de taludes e recuperação de voçorocas, bem como na adoção de práticas mecânicas de conservação para os solos agrícolas. Com o objetivo de avaliar a resistência ao cisalhamento de cinco solos da região de Lavras (MG e sua relação com o grau de intemperismo, realizou-se um experimento, utilizando uma prensa de cisalhamento direto, a qual permite ensaiar amostras indeformadas de solos. Essas amostras foram coletadas na profundidade de 0-0,03 m e submetidas ao ensaio de cisalhamento, para a definição das envoltórias de resistência e obtenção da coesão aparente (C e o ângulo de atrito interno (φ. Observou-se que C, de forma geral, foi maior para solos que apresentaram maior densidade, umidade a -0,01 MPa e maior teor de areia. Os valores de (φ foram maiores nos solos com maiores teores de argila. O Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico (LVAd e o Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico típico (PVAd, com densidades do solo, teores de areia e umidade a -0,01MPa maiores, apresentaram maiores resistências ao cisalhamento em relação ao Latossolo Vermelho distrófico (LVd, Cambissolo Háplico Tb distrófico (CXbd e Latossolo Vermelho distroférrico (LVdf, que apresentaram maiores teores de argila e matéria orgânica. Para a classe dos Latossolos, a resistência ao cisalhamento foi maior onde os índices Ki e Kr foram mais elevados, graças à estrutura em blocos apresentada pelo LVAd, que condicionou maior resistência ao cisalhamento. Do ponto de vista da resistência ao cisalhamento, os solos LVAd e PVAd mostraram-se mais resistentes a voçorocamento e ao preparo do solo.

  20. Qualidade química e física do solo sob vegetação arbórea nativa e pastagens no Pantanal Sul-Mato-Grossense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evaldo Luis Cardoso

    2011-04-01

    Full Text Available A busca por aumento de produtividade da pecuária pantaneira tem motivado o desmatamento de áreas florestadas para a implantação de pastagem cultivada, gerando preocupação quanto à sustentabilidade dos recursos naturais. Para estudar alguns aspectos de uso do solo no Pantanal Sul-Mato-Grossense, este trabalho teve por objetivo avaliar as alterações nos atributos químicos e físicos do solo em razão da conversão da vegetação arbórea nativa em pastagem cultivada, bem como da submissão da pastagem nativa ao sistema de pastejo contínuo. Os ambientes de estudo consistiram de três remanescentes de vegetação arbórea nativa, representadas por uma floresta semidecídua (FN e dois cerradões (CE1 e CE2, três pastagens de Brachiaria decumbens com 27, 26 e 11 anos de formação, implantadas em substituição a FN, CE1 e CE2, respectivamente, e uma pastagem nativa caracterizada pela predominância de Mesosetum chaseae e Axonopus purpusii, submetida a três diferentes sistemas de pastejo (contínuo e sem pastejo por 3 e 19 anos. Amostras de solo, deformadas e indeformadas, foram coletadas em cada ambiente de estudo, nas profundidades de 0-10 e 10-20 cm, com três repetições. A substituição da vegetação arbórea nativa por pastagem cultivada e o sistema de pastejo contínuo da pastagem nativa determinaram redução da qualidade química do solo, evidenciada principalmente por perdas de matéria orgânica do solo, notadamente na profundidade de 0-10 cm. Embora a qualidade física do solo também tenha apresentado tendência à redução nas pastagens cultivada e nativa sob pastejo contínuo, a densidade do solo, porosidade total, macroporosidade, microporosidade, condutividade hidráulica do solo saturado e resistência do solo à penetração não atingiram valores considerados limitantes ao desenvolvimento do sistema radicular.

  1. Parâmetros microbiológicos indicadores do efeito do diuron sobre a microflora do solo Microbiological parameters indicators of the effect of diuron on soil microflora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Faria Vieira

    1999-05-01

    Full Text Available A biomassa microbiana (Cmic, a respiração básica (RB, as razões Cmic:Corg e o qCO2 foram usados para avaliar o efeito do herbicida diuron, nas dosagens de 0, 2 e 20 mig g-1 , na microflora do solo. O estudo foi conduzido em dois solos com texturas diferentes, e as avaliações, realizadas aos 0, 3, 10, 20 e 33 dias após a aplicação do pesticida. No solo mais argiloso, o Cmic e a razão Cmic:Corg forneceram resultados semelhantes quanto ao efeito prejudicial do diuron. A RB não foi afetada pelo diuron. O qCO2 foi o único parâmetro capaz de demonstrar uma diferenciação no efeito prejudicial entre doses. No solo mais arenoso não se detectou efeito do diuron.Microbial biomass (Cmic, basal respiration (BR, Cmic:Corg ration and the qCO2 were used to evaluate the influence of 0, 2 and 20 mug g-1 of the herbicide diuron on the soil microflora. The study was carried out with two soil types. Evaluations were made at 0, 3, 10, 20 and 33 days after the herbicide application. In the more clayed soil, the Cmic and the ration Cmic:Corg gave similar results in relation to the effect of diuron. The BR was not affected by diuron application. The qCO2 was the only parameter able to demonstrate a differentiation between the doses. In the more sandy soil it was not possible to detect any effect of the herbicide.

  2. Método do Perfil Cultural para avaliação do estado físico de solos em condições tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Tavares Filho

    1999-06-01

    Full Text Available Uma nova abordagem para adoção do método do Perfil Cultural em condições de solos tropicais é aqui tratada. Analisou-se a evolução desse método desde seu início na França, na década de 1960, até a proposta de sua utilização no estudo de manejo de solos tropicais. Tal método mostra-se eficiente no diagnóstico qualitativo do estado físico dos solos no campo, na orientação de amostragem de solos, no estudo dos efeitos da antropização, na visualização das interações físicas, químicas e biológicas dos solos, nos estudos de mecânica do solo no campo e no estudo da organização estrutural de solos agrícolas, além de auxiliar na análise do sistema radicular.

  3. Influence of litter layer removal on the soil thermal regime of a pine forest in a mediterranean climate Influência da manta morta no regime térmico de um solo sob pinus num clima do tipo mediterrâneo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Alexandre Varanda Andrade

    2010-10-01

    Full Text Available The removal of the litter layer in Portuguese pine forests would reduce fire hazard, but on the other hand this practice would influence the thermal regime of the soil, hence affecting soil biological activity, litter decomposition and nutrient dynamics. Temperature profiles of a sandy soil (Haplic Podzol under a pine forest were measured with thermocouples at depths to 16 cm, with and without litter layer. The litter layer acted as a thermal insulator, reducing the amplitude of the periodic temperature variation in the mineral soil underneath and increasing damping depths, particularly at low soil water contents. At the mineral soil surface the reduction of amplitudes was about 2.5 ºC in the annual cycle and 5 to 6.7 ºC in the daily cycle, depending on the soil water content. When soil was both cold and wet, mean daily soil temperatures were higher (about 1 - 1.5 ºC under the litter layer. Improved soil thermal conditions under the litter layer recommend its retention as a forest management practice to follow in general.A remoção da manta morta nos pinhais portugueses pode reduzir o risco de incêndio florestal, mas essa prática pode influenciar o regime térmico do solo, alterando dessa forma a atividade biológica, a decomposição da manta morta e a dinâmica de nutrientes. Num solo arenoso (Haplic Podzol sob pinus foram medidos perfis térmicos com termopares a várias profundidades até 16 cm, com ou sem manta morta. A manta morta atuou como um isolador térmico, reduzindo a amplitude da variação periódica da temperatura na camada de solo subjacente e aumentando as profundidades de amortecimento, sobretudo em teores baixos de umidade do solo. Na superfície do solo mineral a redução das amplitudes foi de cerca de 2,5 ºC no ciclo anual e de 5 a 6,7 ºC no ciclo diário, dependendo da umidade do solo. A manta morta aumentou em cerca de 1-1,5 ºC as temperaturas médias diárias do solo mineral quando este se encontrava mais frio

  4. Dissimilaridade de porta-enxertos da laranjeira 'folha murcha' sob dois sistemas de manejo de cobertura permanente do solo Divergence of 'folha murcha' orange tree rootstocks as influenced by two groundcover crops

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonez Fidalski

    2007-04-01

    Full Text Available Os porta-enxertos de citros são dependentes do sistema de manejo do solo nas entrelinhas. Este trabalho foi realizado com o objetivo de identificar a dissimilaridade de sete porta-enxertos para a laranjeira 'Folha Murcha' em dois sistemas de manejo da cobertura de um Argissolo Vermelho distrófico latossólico. O estudo foi realizado na Estação Experimental do IAPAR, em Paranavaí. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com quatro repetições, com gramínea mato-grosso ou batatais (Paspalum notatum Flügge em três blocos e leguminosa amendoim forrageiro (Arachis pintoi Krap. & Greg. em um bloco. A produção, o desenvolvimento vegetativo e os nutrientes nas folhas da laranjeira 'Folha Murcha' foram avaliados anualmente (1997 a 2002. As análises multivariadas basearam-se nas variáveis canônicas e nos componentes principais, agrupando-os pelo método Tocher. O manejo da cobertura do solo com a leguminosa amendoim forrageiro Arachis pintoi diminui a dissimilaridade dos grupos de porta-enxertos da laranjeira 'Folha Murcha'. O manejo da cobertura do solo com a gramínea Paspalum notatum aumenta a dissimilaridade dos grupos de porta-enxertos da laranjeira 'Folha Murcha' com a inclusão dos teores dos nutrientes foliares, da produção de frutos e do desenvolvimento vegetativo das plantas. A gramínea Paspalum notatum é o melhor sistema de manejo da cobertura do solo para avaliação do comportamento de porta-enxertos da laranjeira 'Folha Murcha'.Citurs rootstocks are dependent of the growdcover management systems. This study aimed to identify the divergences of seven rootstocks for 'Folha Murcha' sweet orange trees in two groundcover management systems on a Paleudult. The study was performed at the IAPAR research station, in Paranavai, northwestern Paraná, Brazil. The experiment was in a complete random block design with threer replications for the bahiagrass (Paspalum notatum Flügge groundcover treatment and one replication for

  5. Causas e consequências do processo de salinização dos solos

    OpenAIRE

    Pedrotti, Alceu; Chagas, Rogério Moreira; Ramos, Victor Callegari; Prata, Ana Paula do Nascimento; Lucas, Ariovaldo Antônio Tadeu; dos Santos, Pricila Barbosa

    2015-01-01

    O processo de salinização dos solos é típico de regiões áridas e semiáridas, geralmente resultantes da associação da formação geológica predominante na paisagem, má distribuição das chuvas, drenagem deficiente e exploração agrícola inadequada, podendo ocorrer em zonas costeiras, que mesmo apresentando adequada umidade, sofrem influência das marés. A exploração dos recursos naturais com o uso de técnicas inadequadas tem favorecido o aumento do grau de degradação dos solos que, por afetarem a p...

  6. Efeito da adubação com boro e esterco bovino sobre a produtividade da figueira e as propriedades químicas do solo Effect of boron and cattle manure fertilization on yield productivity fig tree and on soil properties

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Santos Caetano

    2006-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito da adubação da cultura da figueira com boro e esterco bovino sobre a produtividade de figos verdes e as propriedades químicas do solo. Os tratamentos foram cinco doses de ácido bórico (0, 20, 40, 60 e 100g planta-1 combinadas com dois níveis de adubação de esterco (sem esterco e 10kg de esterco/planta. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados em esquema de parcelas subdivididas e quatro repetições. A adubação com ácido bórico não afetou a produtividade de figos, enquanto que o esterco bovino aumentou-a. Os teores de fósforo e potássio no solo aumentaram significativamente e o teor de alumínio diminuiu significativamente em função da adubação com esterco bovino. O teor de B no solo, extraído pelo método da água quente, aumentou linearmente em função das doses de ácido bórico.The objective of the present work was evaluate the effect of fig tree orchard fertilization with boron and cattle manure on the green fig yield and soil chemical properties. The treatments were five boric acid levels (0, 20, 40, 60 and 100g plant-1 combined with two cattle manure fertilization levels (without cattle manure and 10kg of cattle manure/plant. The experimental design was that of randomized blocks in a split-plot scheme and four repetitions. The boric acid fertilization did not affect the fig productivity whereas the cattle manure one increased it. The P and K content increased significantly and the Al content decreased significantly in function of the cattle manure fertilization. The B soil content, extracted by hot water methodology increased linearly in function of the boric acid levels.

  7. COMPACTAÇÃO DE SOLOS EM LABORATÓRIO: EFEITO DO DIÂMETRO E DO NÚMERO DE CAMADAS DO CORPO DE PROVA

    OpenAIRE

    Crispim,Flavio Alessandro; Lima,Dario Cardoso de; Silva,Claudio Henrique de Carvalho; Schaefer,Carlos Ernesto Gonçalves Reynaud; Carvalho,Carlos Alexandre Braz de; Brandão,Elisson Hage

    2015-01-01

    RESUMONeste trabalho, estudou-se a influência do diâmetro e do número de camadas do corpo de prova nas curvas de compactação de laboratório e na resistência mecânica de dois solos residuais de gnaisse da Zona da Mata Norte de Minas Gerais, respectivamente, de texturas argilo-areno-siltosa (Solo 1) e areno-silto-argilosa (Solo 2), com vistas à construção de estradas florestais. Além dos resultados dos ensaios de compactação, determinou-se a resistência à compressão não confinada dos solos empr...

  8. Modelagem da proteção do solo por plantas de cobertura no sul de Minas Gerais = Modeling of soil protection by cover crops in southern Minas Gerais, Brazil.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego Antonio França de Freitas

    2012-08-01

    Full Text Available A cobertura do solo é o fator de maior importância relativa no controle da erosão hídrica. Assim, objetivou-se no presente estudo elaborar a modelagem da cobertura vegetal de vinte e quatro plantas de cobertura, em diversos sistemas de plantio e históricos de uso, com potencial para cultivo no Sul de Minas Gerais. Para avaliação da cobertura vegetal foram realizadas avaliações no campo utilizando uma régua de classificação da cobertura vegetal, sendo o delineamento experimental inteiramente casualizado, com três repetições, utilizado neste experimento. As plantas cultivadas sobre a palhada de feijãoirrigado apresentaram alto índice de cobertura do solo, o que pode estar relacionado à maior disponibilidade de nutrientes deixado por esta cultura na palhada e a maior reserva de água no solo, promovido pela irrigação do feijão. O milheto cultivado em nível e sobre a palhada de milheto e feijão-de-porco apresentou o menor índice de cobertura entre as plantas testadas. Na região sul de Minas Gerais os padrões de chuvas ocorrem em maior quantidade nos períodos de outubro a março, com elevação em dezembro e janeiro. Neste período o solo deve estar protegido do impacto da gota de chuva, pois o risco de erosão hídrica é maior. Assim, a utilização das plantas de cobertura é de grande importância, pois estas protegem o solo do impacto direto dasgotas de chuvas e diminuem os picos de temperatura do solo, sendo que estas devem ser cultivadas, preferencialmente, sobre a palhada de feijão.The ground cover is the most important factor relative to control erosion. Thus, the objective of this study was to develop a model plant cover for 24 cover crops used in several cropping systems and historical use, with potential for cultivation in southern Minas Gerais State, Brazil. To evaluate the vegetation cover field assessments using the strip land cover classification. A completely randomized design with three replications was

  9. Avaliação de atributos físicos e estoques de carbono e nitrogênio em solos com queima e sem queima de canavial Evaluation of physical properties and soil carbon and nitrogen stocks as affected by burning or green trash management of sugarcane

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edgar Fernando de Luca

    2008-04-01

    Full Text Available O Brasil é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar, de modo que mudanças no seu manejo podem afetar sobremaneira o ambiente. Há quase um século, as pesquisas são baseadas em áreas sob queima da biomassa foliar (palhada dessa cultura. Mas a supressão da queimada é um novo conceito no manejo da palhada. Portanto, há poucos resultados sobre o manejo desse material. O objetivo do estudo foi comparar teores de C e N e estabilidade de agregados e densidade do solo nos manejos com queima (Cq e sem queima (Sq da palhada. Estudou-se um solo argiloso (Latossolo Vermelho = LVdf e dois solos arenosos (Argissolo Vermelho-Amarelo = PVAd e Neossolo Quartzarênico = RQo submetidos aos manejos Cq e Sq. Em cada solo foi estabelecida uma área experimental em blocos ao acaso com seis repetições. A quantidade de palhada adicionada em três colheitas foi 40 t ha-1 em matéria seca e, um ano após a terceira colheita, a acumulação foi 4,5 t ha-1 (11 % no LVdf e 3,6 t ha-1 (9 % no RQo. Isso representou 1,60 e 1,35 t ha-1 em C e 0,022 e 0,021 t ha-1 em N, respectivamente. Houve aumento no teor de C nos solos Sq, concorrendo em seqüestro de C na camada 0-20 cm de 6,3 e 4,7 t ha-1, respectivamente em LVdf e RQo. Assim, a taxa de seqüestro de C no compartimento cobertura + solo (0-20 cm foi de 2,63 e 2,02 t ha-1 ano-1 no LVdf e RQo, respectivamente. Também houve aumento no teor de macroagregados em solos Sq comparados a solos Cq: 814 e 693 g kg-1 no LVdf e 516 e 420 g kg-1 no RQo. Ocorreu compactação superficial no PVAd e RQo em decorrência do uso de máquina colhedora em solo Sq. Nos solos estudados, o manejo sem queima da cana-de-açúcar resultou em melhorias nas propriedades dos solos e promoveu seqüestro de C e N na cobertura e nas camadas superficiais dos solos.Brazil is the world's largest sugarcane producer, so changes in sugarcane management in Brazil can affect the environment to a great extent. During almost one century, studies were

  10. Estudo da erosão na microbacia do Ceveiro (Piracicaba, SP: II - Interpretação da tolerância de perda de solo utilizando o método do Índice de Tempo de Vida Erosion study in the Ceveiro watershed (Piracicaba, SP: II - Interpreting soil loss tolerance using the Soil Useful Life Index methodology

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara de Andrade Marinho Weill

    2008-04-01

    Full Text Available A erosão acelerada do solo, um processo basicamente induzido pela ação antrópica, muito contribui para a degradação da qualidade das terras aráveis em todo o mundo, além de constituir a principal fonte não pontual de poluição dos recursos hídricos superficiais. Considerando a demanda efetiva pelo desenvolvimento de indicadores para avaliação do impacto da erosão na qualidade do solo em sistemas de produção agrícola, este trabalho teve por objetivo desenvolver um índice, com valor prognóstico, para ser aplicado como uma ferramenta de planejamento na interpretação da tolerância de perda de solo em áreas agrícolas. Foi desenvolvido o método designado "Índice de Tempo de Vida do Solo", para se proceder ao diagnóstico da erosão em uma área predominantemente utilizada com a cultura da cana-de-açúcar no município de Piracicaba (SP. Na realização do trabalho, foram empregados geotécnicas e métodos de análise geoestatística, sendo o processamento e a análise dos dados efetivados em ambiente de sistema de informação geográfica do tipo matricial. As taxas anuais médias de perda de solo foram estimadas em trabalho anterior, empregando a equação universal de perda de solo (EUPS, com ajuste dos fatores do modelo às condições locais da área de estudo. Nos cálculos do índice de tempo de vida do solo, foi presumida uma taxa de renovação de 0,2 mm ano-1 e foram analisadas duas profundidades, de 50 e de 100 cm, consideradas mínimas para o uso agrícola. A avaliação da espessura do solum revelou que, na área de estudo, predominam solos pouco profundos, com médias ponderadas pelas áreas de ocorrência de 78 cm, solos ocupados com cana-de-açúcar, e de 72 cm, solos ocupados com outros usos. A aplicação do índice de tempo de vida revelou que, adotando a profundidade crítica de 50 cm, o tempo de vida médio do solo nas áreas ocupadas com cana-de-açúcar é de 178 anos, e que, mantida a expectativa atual

  11. Crescimento de plantas de milho submetidas a déficit hídrico em solos de diferentes texturas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Carlesso

    1999-03-01

    Full Text Available O objetivo deste experimento foi quantificar variações no dossel vegetativo de plantas de milho submetidas a dois manejos da água de irrigação em solos de três texturas (argila pesada, franco-argilo-siltosa e franco-arenosa. O experimento foi instalado em área do Departamento de Engenharia Rural, da Universidade Federal de Santa Maria, no ano agrícola 1995/1996. Utilizou-se um conjunto de 12 lisímetros de drenagem com dimensões de 156 cm de comprimento, 100 cm de largura e 80 cm de profundidade, protegidos das precipitações por meio de uma cobertura móvel. Os tratamentos consistiram de dois níveis de manejos da água no solo (irrigado e déficit hídrico terminal e três texturas de solos. Os resultados demonstraram que a redução no índice de área foliar das plantas de milho submetidas a déficit hídrico foi maior em solos de textura argila pesada e franco-argilo-siltosa do que no solo de textura franco-arenosa. A altura das plantas de milho diminuiu quando a fração de água disponível às plantas foi inferior a 0,57, 0,74 e 0,52, para os solos de textura argila pesada, franco-argilo-siltosa e franco-arenosa, respectivamente.

  12. Condições meteorológicas e tipo de solo na composição da uva 'Cabernet Sauvignon' Weather and soil effects on the composition of 'Cabernet Sauvignon' grape

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Vieira Luciano

    2013-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos das condições meteorológicas e do tipo de solo sobre características físico-químicas e compostos fenólicos da uva 'Cabernet Sauvignon' (Vitis vinifera. O experimento foi realizado em vinhedo implantado em 2003, enxertado sobre o porta-enxerto 'Paulsen 1103' e conduzido no sistema espaldeira. No vinhedo, foram selecionados dois solos: Cambissolo Háplico e Cambissolo Húmico. O efeito das condições meteorológicas (precipitação e temperatura mínima e máxima do ar foi avaliado nas safras 2008/2009, 2009/2010 e 2010/2011. Foram determinados os atributos físicos e químicos dos solos, os teores de sólidos solúveis, a acidez titulável e o pH do mosto, bem como o índice de polifenóis totais e dos teores de antocianinas e de taninos da uva. Os fatores solo e as condições meteorológicas (safras foram arranjados em esquema fatorial 2x3. Com exceção do teor de polifenóis totais, as condições meteorológicas e o tipo de solo afetam as características físico-químicas da uva 'Cabernet Sauvignon', com efeito mais pronunciado das condições meteorológicas do que do tipo de solo. Menores precipitações e maiores amplitudes térmicas favorecem o acúmulo de sólidos solúveis na uva 'Cabernet Sauvignon'. Maiores precipitações favorecem o aumento da acidez do mosto.The