WorldWideScience

Sample records for soja em solos

  1. Adaptações morfofisiológicas da soja em solo inundado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pires João Leonardo Fernandes

    2002-01-01

    Full Text Available Há restrições ao crescimento de plantas em condições de inundação do solo, o que limita a sua exploração agrícola a poucas espécies. A soja pode ser uma alternativa, pela alta capacidade adaptativa a estas condições. O objetivo deste trabalho foi identificar as formas de adaptação da soja à inundação do solo, e estabelecer a melhor estratégia para fornecimento de N em solos inundados. Foi conduzido um experimento em casa de vegetação, na Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS, de setembro a novembro de 1998. Foram testadas duas cultivares de soja (FT-Abyara e BR 4 cultivadas sob dois regimes hídricos (inundação e capacidade de campo e duas estratégias de fornecimento de N (inoculação e N mineral. Manteve-se a soja sob inundação do estádio V2 até V5 (21 dias. A soja apresentou mecanismos que permitem sua adaptação a condições de hipoxia geradas pela inundação do solo. Houve redução nos teores de N, K, Mg e Mn, e aumento nos teores de Fe nas folhas, quando da inundação. Existiram diferenças entre cultivares em solo inundado, destacando-se a cultivar FT-Abyara, pela maior adaptação. O diâmetro do caule sob a lâmina de água foi a característica mais importante na diferenciação de cultivares com vistas a tolerância à inundação. A melhor estratégia para fornecimento de N em condições de solo inundado foi a aplicação de N mineral em cobertura. Porém, mesmo em solo inundado ocorreu nodulação em soja.

  2. Reação de genótipos de soja ao alumínio em hidroponia e no solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Souza Luiz Augusto Copati

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os genótipos de soja BR86-5974, BR86-7396, Dourados, Doko RC, EMGOPA 305, IAC-9, BR-9 (Savana, UFV-1, UFV-9 e UFV Araguaia em relação à tolerância ao alumínio (Al em hidroponia e em solo. Na solução com Al foi medido o comprimento radicular. Em solo com 49% de saturação de Al avaliou-se área foliar, altura de planta, altura de inserção da primeira vagem, produção de matéria seca, produção de grãos e índice de colheita. Os genótipos BR86-7396 e IAC-9 são os de maior tolerância ao Al, e UFV-1 mostrou o pior desempenho. Houve correlação significativa entre alongamento radicular e produção de grãos (r = 0,705, área foliar (r = 0,645 e produção de matéria seca (r = 0,634. Isto indica que experimentos em hidroponia e solo são igualmente eficientes na seleção de soja tolerante ao alumínio. A variabilidade detectada sugere que o conjunto de genótipos de soja possui ampla variabilidade genética, o que é desejável em programas de melhoramento com o objetivo de elevar estabilidade de produção no Cerrado.

  3. Avaliação dos atributos físicos do solo em consórcio de forrageiras e milho em sucessão com soja em região de cerrados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Veridiana Zocoler de Mendonça

    2013-02-01

    Full Text Available O uso intensivo de áreas do Cerrado para produção agropecuária aliado ao manejo inadequado tem causado degradação dos solos. Nesse sentido há necessidade da incorporação de sistemas sustentáveis como plantio direto e a integração lavoura-pecuária. Este trabalho objetivou identificar o efeito da sucessão de milho+forrageiras e soja nos atributos físicos do solo. Para tanto foi realizado, em área experimental da Unesp, campus de Ilha Solteira, um ensaio composto do consórcio de milho com quatro forrageiras (Brachiaria brizantha,B. ruziziensis, Panicum maximum cv. Tanzânia e P. maximum cv. Áries semeadas em três modalidades (na linha de semeadura do milho misturada ao adubo, a lanço simultânea à semeadura do milho e a lanço no estádio V4 do milho e o milho sem consorciação (testemunha. A soja de verão foi implantada sobre os restos culturais dos tratamentos anteriores. Foram realizadas coletas para determinar a macro e microporosidade, porosidade total e densidade do solo em duas épocas de amostragem, após as colheitas do milho e da soja. Pelos resultados, pôde-se concluir que, em regiões de cerrados, a sucessão de culturas utilizada promoveu a melhoria da macroporosidade, porosidade total e densidade do solo, independentemente da utilização de forrageiras em consórcio com milho.

  4. Manejo de soja transgênica com glifosato e imazetapir: efeito sobre a mesofauna e microbiota do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Dufech Castilhos

    2010-10-01

    Full Text Available A estabilidade de diferentes organismos da mesofauna, como ácaros e colêmbolos, e a atividade microbiana do solo são indicadores de qualidade físico-química e biológica do solo. Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito de métodos de controle de plantas concorrentes sobre a qualidade do solo cultivado com soja transgênica. Neste contexto, foram cultivados dois genótipos de soja, geneticamente modificada (GMRR BRS 244 RR e não modificada (NM BRS 154, no Centro Agropecuário da Palma da Universidade Federal de Pelotas (CAP, nas safras de 2005/2006 e 2006/2007. Para o controle de plantas daninhas, testaram-se, tratamentos com glifosato, imazetapir e capina. Avaliaram-se populações de ácaros e colêmbolos, o carbono da biomassa microbiana, a respiração basal e o quociente metabólico do solo. Verificou-se que a aplicação dos herbicidas, principalmente de glifosato, em soja BRS 244 RR cultivada em Planossolo resultou em desestabilidade da mesofauna e maior atividade da biomassa microbiana.

  5. Compactação do solo na integração soja-pecuária de leite em Latossolo argiloso com semeadura direta e escarificação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Kunz

    2013-12-01

    Full Text Available A compactação do solo pelo tráfego de animais é uma preocupação em sistemas integrados lavoura-pecuária. Com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes sistemas de manejo do solo e pisoteio de animais sobre os atributos físico-hídricos do solo e o desenvolvimento e a produtividade da soja, este experimento foi instalado no ano de 2007, em um Latossolo Vermelho distrófico cultivado anteriormente por uma década, pelo sistema de plantio direto de grãos em consórcio com forrageira. Avaliou-se a influência do pisoteio dos animais sobre a densidade (Ds, macroporosidade (Ma, microporosidade (Mi, porosidade total (PT, resistência do solo à penetração (RP e o conteúdo de água no solo (θ, bem como a emergência, a altura e a produtividade da soja. O delineamento experimental foi blocos ao acaso com três repetições, com os tratamentos semeadura direta de soja sem pastejo (SD/SP, semeadura direta com pastejo em aveia (SD/CP e escarificado com pastejo (ESC/CP. As amostras foram coletadas nas camadas de 0,00-0,07; 0,07-0,15; e 0,20-0,30 m, em três épocas: antes do pastejo (agosto de 2007, pós-pastejo (dezembro de 2007 e pós-pastejo (outubro de 2008. Não houve efeito significativo do pastejo sobre a Ds e PT. Aos 140 dias após a semeadura da soja, a RP atingiu valores acima de 2 MPa na camada de 0,00-0,15 m, nos tratamentos SD/SP e SD/CP, mas não limitando o desenvolvimento da cultura. A escarificação do solo sob integração lavoura-pecuária em semeadura direta proporcionou condições físico-hídricas menos favoráveis ao desenvolvimento das plantas; a altura de planta no SD/SP foi maior do que nos tratamentos SD/CP e ESC/CP e a menor produtividade de grãos foi obtida com a escarificação do solo, em ano com déficit hídrico.

  6. Alterações de características químicas do solo e resposta da soja ao calcário e gesso aplicados na superfície em sistema de cultivo sem preparo do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. F. Caires

    1998-03-01

    Full Text Available O experimento foi desenvolvido em um Latossolo Vermelho-Escuro distrófico, em Ponta Grossa (PR, com o objetivo de avaliar os efeitos da aplicação de calcário e gesso na superfície sobre as características químicas do solo e resposta da soja cultivada em sistema de cultivo sem preparo do solo. O delineamento experimental empregado foi o de blocos ao acaso em parcela subdividida, com três repetições. Foram utilizadas quatro doses de calcário dolomítico, com 84% de PRNT: 0, 2, 4 e 6 t ha-1, e quatro doses de gesso agrícola: 0, 4, 8 e 12 t ha-1. A calagem foi realizada em julho, e a aplicação de gesso em novembro de 1993. A cultura da soja foi avaliada nos anos agrícolas de 1993/94 e 1995/96. A soja não respondeu à aplicação de calcário e gesso na superfície, em solo com pH (CaCl2 0,01 mol L-1 4,5 e 32% de saturação por bases na camada de 0-20 cm. A calagem proporcionou correção da acidez do solo, revelada pela elevação do pH e redução do alumínio trocável, até a profundidade de 10 cm e em camadas subsuperficiais, mostrando que a ação do calcário aplicado na superfície, em áreas com cultivos já estabelecidos, não preparadas convencionalmente, pode atingir camadas mais profundas de solo. Esse efeito foi observado doze meses após a aplicação do corretivo, tendo sido mais pronunciado após vinte e oito meses. A aplicação de gesso causou redução do alumínio trocável, elevou os teores de cálcio em todo o perfil do solo e provocou lixiviação de bases, principalmente de magnésio, tendo sido esta mais acentuada na presença de maiores teores de magnésio trocável no solo. Após vinte e quatro meses, foram recuperados cerca de 40% do S-SO4 e 60% do cálcio aplicados pelo gesso na dose de 12 t ha-1, até a profundidade de 80 cm. Desse total recuperado, apenas 10% do S-SO4 e 25% do cálcio foram encontrados na camada de 0-20 cm de solo.

  7. Potencial de água do solo e adubação com boro no crescimento e absorção do nutriente pela cultura da soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Robson Trautmann

    2014-02-01

    Full Text Available A soja é uma cultura exigente em boro (B, entretanto, é estreita a faixa entre o nível adequado e o tóxico para esse nutriente no solo; dessa forma, a dose a ser recomendada deve ser bem definida. As condições hídricas do solo também é um aspecto importante relacionado diretamente com a disponibilidade de B para as plantas. Nesse contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da aplicação de fontes e doses de B no crescimento da soja (Glycine max em um Latossolo Vermelho eutroférrico de textura arenosa, submetido a diferentes tensões de água. O experimento foi conduzido em casa de vegetação em vasos com 5 dm³ de solo. Utilizou-se o delineamento experimental em parcelas subdivididas, em esquema fatorial 5 x 2 x 3, sendo cinco doses de B (0,0; 0,25; 0,5; 1,0; e 2,0 mg dm-3; duas fontes (ácido bórico e colemanita e três tensões de água no solo (0,01; 0,03; e 0,10 MPa, com quatro repetições. Os resultados indicaram que o crescimento da soja não é influenciado quando se mantém o nível de tensão de água no solo até 0,1 MPa. O crescimento do sistema radicular foi interferido negativamente com a aplicação de doses de B até 2 mg dm-3, em solo com teor inicial de 0,32 mg dm-3. Os teores de B no solo e no tecido foliar da soja aumentaram linearmente com as doses do nutriente aplicado no solo, sendo observado na maior dose (2 mg dm-3 de B sintomas de típicos de toxidez de B nas folhas da cultura da soja.

  8. ALTERAÇÕES DOS ATRIBUTOS FÍSICO-QUÍMICOS DA CAMADA SUPERFICIAL DO SOLO EM RESPOSTA À AGRICULTURA COM SOJA NA VÁRZEA DO TOCANTINS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elainy Cristina Alves Martins Oliveira

    2015-12-01

    Full Text Available O uso do solo com cultivos anuais durante longo tempo, especialmente quando são utilizados manejos não conservacionistas, como arações e gradagens, normalmente são responsáveis pela degradação mais intensa de suas propriedades. Este trabalho avaliou as propriedades do solo em três áreas sob cultivo agrícola e uma área nativa de Cerrado, verificando as alterações ocorridas nos atributos físico-químicos do solo após dois, cinco e oito anos sob plantio de soja. As amostras de solo foram coletadas na Fazenda Praia Alta, no município de Lagoa da Confusão - TO, onde a soja é cultivada no período de entressafra (maio-junho, em várzea irrigada, sob regime de subirrigação. A análise físico-química do solo quantificou pH, matéria orgânica (MO, P, S, K, Ca, Mg, Al, H + Al, CTC, SB, Na, Zn, B, Cu, Fe, Mn, argila, silte e areia. Os resultados mostraram evidências que o tempo de uso do solo com agricultura tecnificada, influencia as propriedades do solo; o tempo de cultivo do solo parece influenciar as modificações nos atributos naturais de áreas de várzea alagável no Cerrado. Palavras-chave: nutrientes, propriedades do solo, plantio direto. DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v5n4p56-62

  9. Crescimento de soja em solos em resposta a doses de Boro, calagem e textura do solo Soybean growth in response to boron dosages, liming and soil texture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodinei Facco Pegoraro

    2008-08-01

    Full Text Available Neste trabalho, objetivou-se quantificar a produção de matéria seca e os conteúdos de B, Ca e Mg na cultura da soja cultivada em solos com diferentes texturas que receberam doses crescentes de B e calagem, e correlacionar o conteúdo de B absorvido pela planta com o teor de B recuperado com água e CaCl2 ferventes sob influência de doses de boro e a calagem aplicadas em três solos distintos. O experimento foi conduzido em casa de vegetação em esquema fatorial 3 x 2 x 6, consistindo de três solos: textura arenosa (RQ, textura média (LVA1 e textura argilosa (LVA2, com e sem calagem, e seis doses de B (0; 1,5; 3; 6; 9 e 15 mg dm-3, em blocos casualizados com três repetições. Determinou-se o teor de B no solo extraível com água e CaCl2 ferventes após 45 dias da adição das doses de B aos solos, massa de matéria seca da parte aérea e os teores de B, Ca e Mg na soja. Os teores de B recuperado, tanto pela água fervente, quanto pelo CaCl2 fervente foram semelhantes nos três solos estudados e, apresentaram altas correlações com o conteúdo de B e o peso de matéria seca. As doses de B adicionadas aumentaram a sua absorção pelas plantas, mas causaram redução na produção de matéria seca da parte aérea nos solos RQ (textura arenosa, LVA1 (textura média e o LVA2 (textura argilosa com calagem, neste último solo, o efeito é minimizado na presença de maior teor de argila.This work aimed to quantify the dry matter production and the contents of B, Ca and Mg in soybean plants grown in soils with different textures, which received increasing doses of B, and liming. Additionally, it was correlated the B contents in the plants with the B recovered from the soil with boiling water and CaCl2. The experiment was carried out in a greenhouse in a factorial 3 x 2 x 6 (three soils: sand texture (RQ, loamy sand (LVA1 and clayey (LVA2 textures; with and without liming; and six B doses: 0; 1,5; 3; 6; 9 and 15 mg dm-3 arranged in a entirely

  10. Pó de forno de aciaria elétrica na microbiota do solo e no crescimento de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melloni Rogério

    2001-01-01

    Full Text Available Devido à grande produção de resíduos de siderurgia, tem sido indicado seu aproveitamento na agricultura como fonte alternativa de micronutrientes. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação do pó de forno de aciaria elétrica na microbiota de solos e sua potencialidade no fornecimento de micronutrientes à soja. O experimento foi realizado em casa de vegetação, com delineamento inteiramente ao acaso, com dois tipos de solo (Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA e Latossolo Vermelho (LV e quatro doses de pó de aciaria elétrica (0, 0,75, 1,50 e 3,00 g vaso-1 equivalendo a 0, 1, 2 e 4 t ha-1, com quatro repetições. Os solos foram corrigidos e fertilizados antes da adição do resíduo e semeadura de soja inoculada, em vasos de plástico de 1,5 L (duas plantas por vaso. Na floração, coletaram-se as plantas e amostras de solo de todos os tratamentos, para determinação da matéria seca da parte aérea e raízes, teores foliares de B, Cu, Fe, Mn, Zn, Cd e Pb, número de nódulos e sua matéria seca, atividade da nitrogenase dos nódulos, presença de diazotróficos associativos, respiração microbiana, C-biomassa microbiana e qCO2. Há respostas diferenciadas das comunidades microbianas dos solos LVA e LV ao resíduo de siderurgia aplicado, e essas comunidades demonstram maior sensibilidade ao efeito do resíduo de siderurgia do que os parâmetros de crescimento e nodulação da soja. O resíduo de siderurgia apresenta potencial de utilização como fonte de Zn à cultura da soja, nas doses de 0,5 e 1,4 t ha-1 em relação ao LVA e LV, respectivamente.

  11. Efeito do cultivo da soja na dinâmica da população bacteriana, em solos de cerrado Effects of soybean cultivation on the bacterial population dynamics in cerrado soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JOÃO CARLOS PEREIRA

    2000-06-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar a influência do cultivo da soja sobre a dinâmica da população bacteriana, em dois solos de Cerrado do Estado de São Paulo, originalmente cobertos com Paspalum notatum (em Barretos e Brachiaria decumbens (em S��o Carlos. Nesses solos, a densidade da população de bactérias em geral variou de 398,1 x 10³ a 467,7 x 10³ e de 123 x 10³ a 218,8 x 10³ ufc (unidades formadoras de colônias/g de solo seco, respectivamente. O cultivo da soja, em ambos os solos, resultou em incrementos variados nos números de ufc/g de solo seco da população de bactérias em geral, das resistentes aos antibióticos estreptomicina e cloranfenicol, e de actinomicetos. A população de actinomicetos ocorreu no solo principalmente como esporos, e as variações das relações esporos/hifas entre os solos não-rizosférico e rizosférico não foram significativas. Os resultados evidenciam que o cultivo da soja influenciou de forma diferenciada a população desses solos.The effect of soybean cultivation on the population dynamics of the bacterial community was evaluated in two "Cerrado" soils of São Paulo State, Brazil. The experimental areas, in the vicinities of the cities of São Carlos and Barretos, were previously cultivated, respectively, with Paspalum notatum and Brachiaria decumbens. The bacterial population densities in these soils varied from 398.1 x 10³ to 467.7 x 10³ cfu (colony forming units and from 123 x 10³ to 218.8 x 10³ cfu/g of dried soil, respectively, in São Carlos and Barretos soils. Soybean cultivation in both soils resulted in increments in the total bacterial population density, in the actinomycetes population, and in the bacterial population resistant to the antibiotics streptomycin and chloramphenicol. Actinomycetes were present in these soils mainly as spores. Soybean cultivation did not alter the actinomycetes spores/hyphae ratio when comparing rhizospheric and non-rhizospheric soils

  12. Resposta da soja e da biomassa de carbono do solo aos resíduos de cinco genótipos de sorgo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. A. Vasconcellos

    1999-03-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo avaliar a influência de resíduos de cinco cultivares de sorgo (Sorghum bicolor L.: CMS XS 376, CMS XS 365, BR 304, BR 700 e CMS XS 755 no crescimento e no desenvolvimento da soja. Esses resíduos foram colhidos em três estádios do desenvolvimento reprodutivo do sorgo: florescimento, enchimento de grãos e maturação. Os tratamentos estudados constaram da deposição desses resíduos na superfície do solo ou da sua total incorporação na proporção de 4 g kg-1 de matéria seca no solo (LEd, fase cerrado. Nos tratamentos com planta, mantiveram-se três plantas de soja (cv. Doko em vasos com capacidade para 3 kg de solo. Nos tratamentos sem planta, o solo foi amostrado semanalmente para avaliação das formas de N. Após a colheita da soja, amostras de planta e de solo, de cada tratamento, foram retiradas para determinar a absorção total de N e a influência desses resíduos no N disponível extraído com KCl 2 mol L-1. Os resultados revelaram que alguns resíduos culturais de sorgo afetaram, independentemente do estádio de colheita, o desenvolvimento da soja, a absorção de N, o peso de nódulos e a biomassa microbiana do solo. Tais efeitos também foram dependentes do método de incorporação do resíduo. O teor de carbono imobilizado pela biomassa foi maior quando os resíduos de sorgo foram distribuídos na superfície do solo.

  13. Water erosion under simulated rainfall in different soil management systems during soybean growth Erosão hídrica sob chuva simulada em diferentes sistemas de manejo do solo durante o crescimento da soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Luis Engel

    2007-01-01

    Full Text Available Soil management influences soil cover by crop residues and plant canopy, affecting water erosion. The objective of this research was to quantify water and soil losses by water erosion under different soil tillage systems applied on a typical aluminic Hapludox soil, in an experiment carried out from April 2003 to May 2004, in the Santa Catarina highland region, Lages, southern Brazil. Simulated rainfall was applied during five soybean cropstages, at the constant intensity of 64.0 mm h-1. Treatments were replicated twice and consisted of: i conventional tillage on bare soil - control treatment (CTBS, ii conventional tillage on cultivated soil (CTCS, iii no-tillage on non tilled soil with burned crop residue (NTRB, iv no-tillage in non tilled soil with crop residue desiccated (NTRD, and v no-tillage on four-years interrupted soil tillage with crop residue desiccated - "traditional no tillage" (NTRT. Regardless of soybean cropstages, water losses were the highest for the CTCS than for the untilled soils, while soil losses were considerably higher in the CTCS treatment only until cropstage 3, in cultivated soil treatments. The NTRT was most effective treatment in terms of both water and soil loss reduction. Water infiltration should also be considered, when considering the soil erosion process caused by rainfall and its associated runoff, due to the management systems usually adopted in cultivated fields.O manejo do solo influencia a cobertura superficial pelo resíduo cultural e, juntamente com a cobertura do solo pela copa das plantas, afeta a erosao hídrica. O objetivo do estudo foi quantificar as perdas de água e solo por erosão hídrica em diferentes sistemas de manejo do solo, em diferentes estádios do cultivo da soja, em um experimento conduzido de abril de 2003 a maio de 2004, na região do Planalto Catarinense, em um Nitossolo Háplico alumínico. Chuvas simuladas foram aplicadas em cinco estádios do cultivo da soja, com intensidade

  14. Perdas por erosão e rendimentos de soja e de trigo em diferentes sistemas de preparo de um latossolo roxo de Dourados (MS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. C. Hernani

    1997-12-01

    Full Text Available Avaliaram-se as perdas de solo e de água por erosão, em um latossolo roxo muito argiloso, com 0,03 m m-1 de declividade, da área experimental da Embrapa-Centro de Pesquisa Agropecuária do Oeste, em Dourados (MS, entre junho de 1987 e maio de 1995. Os tratamentos, aplicados antes da semeadura de trigo e de soja, cultivados em sucessão, foram: (i escarificação + gradagem niveladora (ES, (ii gradagens pesada + niveladora (GP, (iii plantio direto (PD e (iv aração com arado de discos + duas gradagens niveladoras, sem cobertura vegetal (DE. O preparo de solo e a semeadura foram realizados no sentido do declive. O PD foi o tratamento mais eficiente, tanto no controle de perdas de solo e de água quanto em rendimentos de grãos de soja e de trigo. As perdas médias de solo e de água por erosão, relativas aos sistemas PD, ES, GP e DE, foram, respectivamente, de: 0,8; 2,8; 5,3 e 7,3 t ha-1 ano-1 e 27, 80, 112 e 149 mm ano-1. O PD, quando comparado ao DE, controlou 89% das perdas de solo e 82% das de água. O PD mostrou rendimentos médios de grãos, tanto de soja como de trigo, 17% superiores aos do GP. O ES apresentou rendimentos médios 5% superiores em soja e 12% superiores em trigo, quando comparados aos do GP. Este último, dos tratamentos cultivados, foi o menos eficaz, seja no controle à erosão, seja nos rendimentos de soja e trigo. O fator erosividade, R, foi estimado em 6.411 MJ mm ha-1 h-1 ano-1, e a erodibilidade, K, foi de 0,0045 t h MJ-1 mm-1. Entre junho/94 e maio/95, o período de maior intensidade de perdas por erosão por unidade de tempo foi do preparo de solo à semeadura da soja, e o de maiores perdas absolutas foi o de 30 a 60 dias após a semeadura dessa cultura. Isso demonstra a importância de adequada cobertura do solo, entre novembro e março, e reforça a recomendação do Sistema de Plantio Direto para a região de Dourados (MS.

  15. Carbono da biomassa microbiana em solo cultivado com soja sob diferentes sistemas de manejo nos Cerrados Microbial biomass carbon in soil cultivated with soybean, under different management systems in Cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Sueli Sivek Perez

    2004-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi quantificar o carbono da biomassa microbina de solo, cultivado com soja em diferentes sistemas de manejo. Os sistemas de manejo foram semeadura direta, uma gradagem, subsolagem e duas gradagens, realizadas num Latossolo Vermelho-Amarelo argiloso. As amostras de solo foram coletadas em cinco profundidades (0-5, 5-10, 10-20, 20-30 e 30-40 cm e em quatro épocas (antes do preparo do solo, 30 dias após a germinação, floração e após a colheita da soja. Foram coletadas, também, amostras de solo na mesma profundidade e na mesma época, em uma área de vegetação nativa (Cerrado sensu strictu, adjacente ao experimento. A subsolagem apresentou os maiores valores de carbono aos 30 dias após a germinação (865,7 mg kg-1 de solo. Este valor foi reduzido para 80,3 mg kg-1 de solo na floração. Os valores de carbono na semeadura direta mantiveram-se mais estáveis, principalmente na camada de 0-20 cm. As camadas de 0-5 e 5-10 cm apresentaram diferença na maioria das épocas estudadas e das demais camadas. A subsolagem mostrou o menor valor do carbono orgânico do solo, após a colheita da soja. Não houve correlação entre a relação carbono da biomassa microbiana/carbono orgânico e os nutrientes do solo na subsolagemThe aim of this study was to quantify soil microbial biomass carbon in a soybean crop under different soil management systems no-tillage, single harrowing, subsoiling and two harrowing, on a clay Red-Yellow Latossol in the Cerrado region. Soils were studied at five depths 0-5, 5-10, 10-20, 20-30 and 30-40 cm. Four periods were observed before soil preparation; 30 days after germination; flowering stage and after harvesting soybean plants. The same measurements were taken under the same conditions in an area of native cerrado vegetation, adjacent to the experiment (Cerrado sensu strictu. Subsoiling showed highest carbon values 30 days after germination (865.7 mg kg-1 of soil. This was reduced to less

  16. Qualidade física do solo em um latossolo vermelho da região sudoeste dos cerrados sob diferentes sistemas de uso e manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Antônio Maior Bono

    2013-06-01

    Full Text Available A busca de sistemas de manejo do solo como aqueles que integram lavoura e pecuária, visando à recuperação e, ou, manutenção da qualidade do solo, é fundamental para o manejo sustentável da agropecuária. A hipótese deste estudo é que o uso do solo em sistema de integração lavoura-pecuária melhora as suas propriedades físicas, contribuindo dessa maneira para uma exploração agrícola sustentável do solo na região sudoeste do Cerrado. O objetivo deste trabalho foi verificar a influência de diferentes sistemas de manejo em algumas propriedades físicas de um solo na região dos Cerrados. O solo é classificado como Latossolo Vermelho distrófico, na região do Cerrado, onde foram avaliados os seguintes sistemas de manejo: solo sob vegetação natural; solo com implantação de lavoura de soja durante um ano e seguido de três anos de pastagens; solo com implantação de lavoura de soja durante quatro anos, seguidos por quatro anos de pastagem; solo com lavoura de soja contínua em sistema de plantio direto; e solo com pastagem continuamente. Foram avaliadas a densidade do solo, a resistência do solo à penetração e a estabilidade dos agregados em água, no período de 1995 a 2006. O uso do solo com a forrageira BRACHIARIA DECUMBENS como pastagem contínua proporcionou menor impacto nas propriedades físicas do solo, em relação aos manejos com integração lavoura-pecuária e lavoura contínua.

  17. Rotação e sucessão de culturas para o manejo do nematoide reniforme em área de produção de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Márcio Leandro

    2015-06-01

    Full Text Available O nematoide reniforme (Rotylenchulus reniformis tem se tornado crescente problema fitossanitário da cultura da soja. Considerando a limitada disponibilidade de cultivares de soja que aliem resistência ao nematoide a outras características agronômicas desejáveis, estuda-se a possibilidade de utilização de manejo cultural para seu controle. Este trabalho visou avaliar o efeito da rotação de culturas no verão com milho, Crotalaria ochroleuca ou soja; e o manejo de entressafra, com Brachiaria ruziziensis como espécie de cobertura ou pousio. O experimento foi implantado em solo naturalmente infestado pelo nematoide reniforme (1245 nematoides/200cc de solo em delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro repetições, em esquema fatorial 3x2 (cultivos de verão x manejo de entressafra. Foram avaliadas a densidade populacional do nematoide no solo e sua variação durante as safras e entressafras, bem como a produtividade da soja na safra subsequente à rotação de culturas. Não houve efeito do manejo da entressafra com braquiária sobre o nematoide. A rotação de culturas com milho ou crotalária no verão propiciou redução da densidade populacional do nematoide reniforme em comparação ao monocultivo de soja, com reflexos positivos sobre a produtividade de soja na safra seguinte

  18. Produção de milho, trigo e soja em função das alterações das características químicas do solo pela aplicação de calcário e gesso na superfície, em sistema de plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. F. Caires

    1999-06-01

    Full Text Available O experimento foi realizado em um Latossolo Vermelho-Escuro distrófico textura média, em Ponta Grossa (PR, com o objetivo de avaliar a produção de milho, trigo e soja em função das alterações das características químicas do solo, pela aplicação de calcário e gesso na superfície, em sistema plantio direto. O delineamento experimental empregado foi o de blocos ao acaso em parcela subdividida, com três repetições. Foram utilizadas quatro doses de calcário dolomítico, com 84% de PRNT: 0, 2, 4 e 6 t ha-1 e quatro doses de gesso agrícola: 0, 4, 8 e 12 t ha-1. A calagem foi realizada em julho, e a aplicação de gesso feita em novembro de 1993. A produção da cultura de milho foi avaliada no ano agrícola de 1994/95, a de trigo no inverno de 1996 e a de soja em 1996/97. A aplicação de calcário na superfície não influenciou a produção de milho, trigo e soja. Houve ação da calagem na correção da acidez de camadas superficiais e do subsolo, porém seu efeito em camadas profundas não foi observado após quarenta meses. O gesso foi eficiente na melhoria do ambiente radicular do subsolo, embora tenha causado lixiviação de magnésio trocável do solo. Das três culturas avaliadas, somente o milho apresentou resposta à aplicação de gesso em decorrência do fornecimento de enxofre, da melhoria do teor de cálcio trocável, da redução da saturação por alumínio e do aumento da relação Ca/Mg do solo.

  19. Absorção de nutrientes pela soja cultivada no sistema de plantio direto em função da calagem na superfície

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CAIRES EDUARDO FÁVERO

    2000-01-01

    Full Text Available As conseqüências das alterações químicas do solo pela calagem na superfície, em sistema de plantio direto, na nutrição mineral das culturas anuais, não são muito conhecidas. Com o objetivo de avaliar a absorção de nutrientes pela soja e seus reflexos sobre a produção de grãos, em função de doses de calcário na superfície, no sistema de plantio direto, foi conduzido um experimento em um Latossolo Vermelho-Escuro distrófico, textura média, em Ponta Grossa (PR. Os tratamentos, dispostos em blocos completos ao acaso, com doze repetições, constaram de quatro doses de calcário dolomítico: 0, 2, 4 e 6 t.ha-1, calculadas para elevar a saturação por bases do solo, a 50%, 70% e 90%. O calcário foi aplicado a lanço na superfície do solo, sem incorporação. A absorção de nutrientes pela soja foi avaliada no ano agrícola de 1996/97. Houve aumento de P e de Mg e redução de Zn e de Mn absorvidos pela cultura da soja, com a calagem na superfície, sem reflexos sobre a produção de grãos. O aumento da absorção de P foi proporcional ao aumento do pH do solo até a profundidade de 20 cm, ao passo que a maior absorção de Mg foi ocasionada pelo aumento de seus teores no solo, devido ao uso de calcário dolomítico. A redução da absorção de Zn e de Mn relacionou-se ao aumento do pH do solo nas camadas superficiais (0-5 cm e 5-10 cm, demonstrando que a calagem na superfície, em sistema de plantio direto, requer critérios adequados para estimativa da dose a ser aplicada. A elevada produção de soja em condições de alta acidez do solo, no sistema de plantio direto, está relacionada à adequada absorção de água e de nutrientes pela cultura, provavelmente em decorrência de maior umidade disponível no solo.

  20. Aplicação de água residuária de suinocultura em solo cultivado com soja: cobre e zinco no material escoado e no solo Swine wastewater application in soil cultivated with soybean: copper and zinc in the runoff material and in the soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane C. dal Bosco

    2008-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a poluição difusa referente ao cobre e ao zinco no solo e no material de escoamento superficial quando da aplicação de água residuária de suinocultura (ARS em solo cultivado com soja, sob condição de chuva simulada. O experimento foi instalado em Toledo - PR, sendo aplicadas ao solo cinco taxas de ARS (0; 50; 100; 150 e 200 m³ ha-1 no ciclo, em três repetições por tratamento, divididas em seis aplicações ao longo do ciclo da soja. Foram instaladas calhas coletoras do material escoado e fizeram-se seis simulações de chuva durante o experimento, resultando em seis coletas do material escoado. Ao final do ciclo da soja, foram coletadas amostras de solo em cada uma das parcelas experimentais, em três profundidades, para a determinação do pH, da capacidade de troca de cátions, da matéria orgânica, do cobre e do zinco. Observou-se que houve perda de cobre e de zinco via escoamento superficial e que as maiores concentrações de cobre foram verificadas nas profundidades de 20-40 e 40-60 cm, enquanto o zinco apresentou maior concentração na camada de 0-20 cm e, ao final do experimento, aumentou nas demais profundidades.The objective of this work was to evaluate the diffuse pollution regarding to the copper and to the zinc in the soil and in the runoff material due to the application of swine wastewater (ARS in soil cultivated with soybean, under simulated rain condition. The experiment was installed in Toledo - PR, Brazil, and it was applied to the soil five rates of ARS (0; 50; 100; 150 and 200 m³ ha-1 in the cycle, in three replications for treatment, divided in six applications along the cycle of the soybean. Gutters were installed gutters to collect the runoff material and it was made six rain simulations during the experiment, resulting in six collections of the runoff. At the end of the soybean cycle, soil samples were collected in each one of the experimental plots, at three depths

  1. Avaliação da atividade de microrganismos do solo em diferentes sistemas de manejo de soja Evaluation of nitrogen fixation and soil microorganisms in soybean under conventional and minimal cultivation regimes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O.M. de Castro

    1993-09-01

    Full Text Available Para avaliar o efeito do manejo do solo e de culturas sobre a atividade de Bradyrhizobium japonicum e de outros microrganismos importantes na ciclagem de nutrientes do solo, montou-se um experimento em casa de vegetação utilizando solo de um ensaio de campo com sistemas de manejo de resíduos e preparo bem distintos, como plantio direto e preparo convencional com arado de discos e diferentes rotações de cultura. O solo é um latossolo roxo distrófico, A moderado, textura argilosa. As culturas utilizadas no ensaio de campo foram soja contínua e em rotação com milho, sempre após aveia preta e Crolalaria juncea no outono-inverno, perfazendo portanto oito sistemas de manejo. Como testemunha, utilizou-se o solo de uma mata localizada próxima do experimento de campo. Prepararam-se seis vasos com solo de cada tratamento, sendo que em três foi semeada soja com sementes inoculadas com B. japonicum e nos outros três soja sem inoculação. No início do florescimento fez-se a colheita das plantas para análise de N na parte aérea, determinação dos nódulos e micorrização. Em amostras de solo de todos os tratamentos, guardadas em geladeira, fez-se a quantificação de bactérias e fungos totais, bem como de microrganismos celulolíticos, amonifícadores, nitritadores e nitratadores. Os resultados obtidos revelaram que o solo do plantio direto e o sistema de rotação levaram a significativos aumentos da nodulação. O solo do plantio direto apresentou também maiores populações de celulolíticos, não havendo diferença para outros tipos de microrganismos. Não houve diferença entre tratamentos para a micorrização, que apresentou valores muito baixos, provavelmente devido ao alto nível de fósforo no solo.A greenhouse experiment was set up to evaluate the effect of different cultural practices on the activity of Bradyrhizobium japonicum and of other soil microorganisms involved in nutrient cycling. The soil used was from a field

  2. Suprimento e absorção de fósforo em solos submetidos a diferentes sistemas de preparo

    OpenAIRE

    Alaerto Luiz Marcolan

    2006-01-01

    A absorção de fósforo é determinada por processos e mecanismos que integram o seu fluxo no sistema solo-planta que, por sua vez, são afetados por fatores de solo e de planta, os quais podem ser descritos por modelos de simulação. Este trabalho teve por objetivo verificar o efeito dos fatores de solo e de planta que atuam na liberação, no suprimento e na absorção de fósforo e no crescimento da soja, em solos com diferentes características difusivas em plantio direto e preparo convencional, e s...

  3. Distribuição horizontal e vertical de fósforo em sistemas de cultivos exclusivos de soja e de integração lavoura-pecuária-floresta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debora Diel

    2014-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a distribuição horizontal e vertical do fósforo no solo e a produtividade de soja em sistemas de cultivos exclusivos e de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF. Foram avaliados os tratamentos: floresta plantada de eucalipto; lavoura de soja e milho safrinha consorciado com Urochloa brizantha 'Marandu'; pastagem de U. brizantha; sistema de ILPF; e duas áreas controle, com floresta nativa e pousio. O solo foi coletado nas camadas de 0-5, 5-10, 10-20 e 20-30 cm, para determinação das características químicas. As avaliações foram realizadas no segundo ano agrícola após a implantação do experimento. No sistema de ILPF, solo e produtividade foram avaliados em quatro transectos equidistantes, no centro do renque e a 3, 6, 10 e 15 m do renque, nas faces norte e sul. Os teores de P disponível (Mehlich-1 foram maiores nas camadas superficiais do solo, nos sistemas com soja/milho safrinha e com ILPF. No ILPF, os teores de P disponível não diferiram entre as distâncias do renque das árvores, e a produtividade de soja não diferiu da observada no sistema com soja/milho safrinha. Portanto, com dois anos de implantação, o sistema ILPF ainda não é capaz de interferir marcadamente nas características químicas do solo e na produtividade da soja.

  4. Adsorção de nitrato em solos de cerrado do Distrito Federal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    OLIVEIRA JULIANA RIBEIRO ALEXANDRE DE

    2000-01-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram verificar a adsorção de nitrato e identificar as propriedades do solo que mais influenciam este fenômeno, em um Latossolo Vermelho-Escuro, com 56% de argila, em Planaltina, DF. Em 1996 foram coletadas amostras de solo nas profundidades de 0-20, 20-40, 40-80, 80-100 cm, de um experimento com cinco anos de duração, em uma área de cerrado típico e em duas áreas cultivadas com soja e milho, onde o solo apresentava inversão de carga em profundidade. Também foram coletadas amostras em um solo sob cerradão, com carga elétrica líquida negativa em profundidade. A relação entre nitrato adsorvido e nitrato na solução foi descrita pela equação de Freundlich e as relações entre o nitrato adsorvido e algumas propriedades físico-químicas do solo foram estudadas por meio de regressões múltiplas. O nitrato adsorvido aumentou com a profundidade em todos os tratamentos. Esta adsorção foi maior nos solos sob cerrado e cerradão. O deltapH não afetou a adsorção de nitrato. A correlação entre nitrato adsorvido, matéria orgânica e sulfato extraível foi negativa. A adsorção de nitrato aumentou com a redução da matéria orgânica em profundidade e com a redução de sulfato extraível.

  5. Manejo do solo e o rendimento de soja, milho, feijão e arroz em plantio direto Yield of soybean, corn, common bean and rice under no-tillage management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Kluthcouski

    2000-03-01

    Full Text Available O sistema de plantio direto tem sido adotado expressivamente por agricultores do cerrado brasileiro. Contudo, seu uso continuado em regiões tropicais, com insuficiência de cobertura do solo e sucessivas adubações superficiais, pode resultar em alterações nos parâmetros do solo, como compactação e acúmulo de nutrientes na superfície, e na baixa expressão do potencial produtivo das culturas. O presente estudo teve como objetivo principal verificar o efeito de quatro sistemas de manejo de solo (plantio direto; grade aradora; escarificação profunda e aração profunda associados com três níveis de adubação fosfatada e potássica (sem adubação, recomendação oficial e equivalente a exportação pelas colheitas sobre o rendimento das culturas do milho, soja, feijão e arroz em área submetida a plantio direto durante oito anos. Os experimentos com soja, milho, arroz e feijão foram conduzidos em um Latossolo Roxo eutrófico no esquema de faixas e delineamento de blocos completos casualizados, com quatro repetições. Avaliou-se ainda o rendimento de grãos. Não houve resposta da soja aos diferentes manejos do solo nem aos níveis de adubação. Já a aração profunda resultou nos maiores rendimentos de milho, arroz e feijão, sendo intermediários os efeitos devidos à escarificação. Exceto para o feijão, nestas culturas também não se verificou efeito da adubação.The no-tillage cropping system is widely adopted in the Brazilian savannah region (cerrado. However, the continuous use of this system under tropical conditions with insufficient mulching and successive superficial fertilizations, can alter soil chemical and physical properties, causing problems of soil compaction and excessive accumulation of nutrients in the soil surface layer, decreasing the yield potential. The present study had as main objective to verify the effect of four systems (no tillage; heavy harrowing; deep chiseling and deep moldboard plowing of

  6. Atributos físicos do solo em sistemas de manejo de solo e de rotação de culturas Soil tillage and crop rotation systems on the soil physical attributes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Tulio Spera

    2009-01-01

    Full Text Available A compreensão e a quantificação do impacto do uso e manejo do solo na qualidade física são fundamentais no desenvolvimento de sistemas agrícolas sustentáveis. Com o objetivo de avaliar o efeito de sistemas de manejo de solo e de rotação de culturas sobre alguns atributos físicos de solo em um experimento instalado em 1985, em Latossolo Vermelho Distrófico típico argiloso, em Passo Fundo (RS, estudou-se a variação desses atributos entre 2001 e 2005. Os tratamentos consistiram de quatro modos de manejo de solo: 1 plantio direto (PD; 2 cultivo mínimo (CM; 3 preparo convencional de solo com arado e grade de discos (PCD e 4 preparo convencional de solo com arado de aivecas e grade de discos (PCA, e três sistemas de rotação de culturas: I (trigo/soja, II (trigo/soja e ervilhaca/milho ou sorgo e III (trigo/soja, aveia branca/soja e ervilhaca/milho ou sorgo. O delineamento experimental foi em blocos completos ao acaso, com parcelas subdivididas e três repetições. A parcela foi constituída pelos sistemas de manejo de solo, e as subparcelas, pelos sistemas de rotação de culturas. Amostras de solo também foram coletadas em um fragmento de floresta subtropical adjacente ao experimento, como testemunha da condição original do solo. Os sistemas de manejo e de rotação de culturas influenciaram os atributos físicos do solo quando comparados entre si e com a condição sob floresta subtropical. Em quatro anos (2001 a 2005 ocorreram alterações significativas nos atributos físicos dos solos entre os distintos tipos de manejo. No sistema PD houve maior densidade de solo e microporosidade em comparação aos demais, principalmente na camada subsuperficial, e os sistemas de rotação de plantas não afetaram positivamente os atributos físicos de solo independentemente do tipo de manejo.Evaluation and quantification of soil use impact on its physical quality are important to achieve sustainable cropping systems. Soil physical

  7. Evolução de atributos físicos de solo em sistema de integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osmar Conte

    2011-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito das alturas de pastejo e dos sucessivos ciclos de pastejo sobre os atributos físicos do solo, em um sistema de integração lavoura-pecuária. O experimento foi implantado em 2001, na região do Planalto Médio, RS, em um Latossolo Vermelho, com o cultivo consorciado de azevém (Lolium multiflorum e de aveia-preta (Avena strigosa, sob pastejo contínuo, no inverno, e o cultivo de soja (Glycine max no verão. Os tratamentos consistiram de diferentes intensidades de pastejo, definidas pela altura da pastagem (10, 20, 30 e 40 cm, tendo-se utilizado uma área sem pastejo como controle. Foram avaliadas a densidade e a porosidade do solo após o ciclo de pastejo e de cultivo da soja, bem como a resistência mecânica do solo à penetração e a estabilidade de agregados no sétimo ano do experimento. Não houve alterações significativas na densidade e na porosidade do solo após sete anos em integração lavoura-pecuária. A resistência do solo à penetração é maior na camada superficial após o ciclo de pastejo. A agregação do solo aumenta nas áreas pastejadas, independentemente da intensidade de pastejo.

  8. Infiltração de água no solo em um latossolo vermelho da região sudoeste dos cerrados com diferentes sistemas de uso e manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Antonio Maior Bono

    2012-12-01

    Full Text Available Na região do Cerrado, as atividades agrícolas têm provocado impactos negativos, principalmente, na qualidade do solo e da água. Tanto em sistemas de exploração agrícola ou de pecuária, com diferentes manejos, a degradação física do solo é uma das consequências da redução da produtividade. O objetivo deste trabalho foi verificar a infiltração de água no solo sob influência de diferentes sistemas de manejo em um Latossolo Vermelho distrófico na região dos Cerrados. Os tratamentos foram os seguintes sistemas de manejo: a solo sob vegetação nativa; b solo com implantação de lavoura de soja durante um ano, seguido de três anos de pastagens; c solo com implantação de lavoura de soja durante quatro anos, seguidos por quatro anos de pastagem; d solo com lavoura de soja contínua em sistema de plantio direto; e e solo com pastagem continuamente. Foram avaliadas, no período de 1995 a 2002, a velocidade de infiltração básica (VIB e a infiltração de água acumulada no solo, utilizando o método de duplos anéis concêntricos. Os usos do solo com sistema de lavoura contínua, pecuária contínua e integração lavoura-pecuária tiveram a velocidade de infiltração básica e infiltração acumulada reduzidas em relação ao solo com vegetação nativa na região do Cerrado. Entre os sistemas estudados, o sistema de integração lavoura-pecuária foi o que apresentou valores mais próximos aos do solo sob vegetação nativa.

  9. Rendimento de grãos de soja em função de diferentes sistemas de manejo de solo e de rotação de culturas Soybean yield associated to different soil tillage methods and crop rotations systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Pereira dos Santos

    2006-02-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi avaliar sistemas de manejo de solo e de rotação de culturas sobre o rendimento de grãos e componentes do rendimento de soja durante seis anos. Foram comparados quatro sistemas de manejo de solo - 1 plantio direto, 2 cultivo mínimo, no inverno e semeadura direta, no verão, 3 preparo convencional de solo com arado de discos, no inverno e semeadura direta, no verão e 4 preparo convencional de solo com arado de aivecas, no inverno e semeadura direta, no verão - e três sistemas de rotação de culturas: sistema I (trigo/soja, sistema II (trigo/soja e ervilhaca/milho ou sorgo e sistema III (trigo/soja, ervilhaca/milho ou sorgo e aveia branca/soja. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, com parcelas subdivididas e três repetições. O rendimento de grãos e o peso de 1.000 grãos de soja cultivada sob plantio direto e sob cultivo mínimo foi superior ao de soja cultivada sob preparo convencional de solo com arado de discos e com arado de aivecas. A maior estatura de plantas de soja ocorreu no plantio direto. O rendimento de grãos de soja cultivada após trigo, no sistema II, foi superior ao de soja cultivada após aveia branca e após trigo, no sistema III, e após trigo, no sistema I. O menor rendimento de grãos, peso de grãos por planta de soja e peso de 1.000 grãos ocorreu quando em monocultura (trigo/soja.The objective of this six-year study was to assess the soil tillage systems and crop rotation systems on soybean grain and yield components were evaluated at Embrapa Trigo in Passo Fundo, RS, Brazil. Four soil tillage systems - 1 no-tillage, 2 minimum tillage in winter and no-tillage in summer, 3 conventional tillage with disk plow in winter and no-tillage in summer, and 4 tillage using a moldboard plow in winter and no-tillage in summer - and three crop rotation systems [system I (wheat/soybean, system II (wheat/soybean and common vetch/corn or sorghum, and system III (wheat

  10. Indicadores da condição hídrica do solo com soja em plantio direto e preparo convencional Indicators of soil water condition for soy bean under no-tillage and conventional tillage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucieta G. Martorano

    2009-08-01

    Full Text Available Indicadores da condição hídrica do solo foram avaliados em um experimento de campo, em Eldorado do Sul, RS, Brasil. Utilizou-se um Argissolo Vermelho Distrófico típico, utilizado durante oito anos em sistema plantio direto e preparo convencional. A cultivar de soja Fepagro Rs(-10, foi semeada em 20/11/2003, com 0,40 m entre fileiras e 300 mil plantas por hectare, em tratamentos irrigados e não irrigados. Variáveis do sistema solo-planta-atmosfera foram monitoradas e a ênfase neste trabalho visou aos períodos secos; monitoraram-se, também, variações no potencial matricial da água no solo, entre 0,075 e 1,20 m de profundidade. Verificou-se que o tempo de secagem do solo foi mais prolongado nas parcelas sob plantio direto indicando, em períodos de secagem, potenciais matriciais menos negativos, menores temperaturas máximas e menor amplitude térmica que em preparo convencional; também, a altura de plantas e o índice de área foliar apontaram que maiores estoques de água em plantio direto podem reduzir efeitos do déficit hídrico em soja cultivada neste sistema de manejo. Esses indicadores reforçam a importância da análise integrada de respostas das culturas em um enfoque sistêmico de manejo de solo e água.Soil water condition indicators were assessed in a field experiment conducted in Eldorado do Sul, Brazil. The Paleudult soil of the experimental area has been managed during eight years under no-tillage and conventional tillage. Soy bean cultivar Fepagro Rs(-10 was sown on November 20, 2003, with 0.40 m of row spacing and 300,000 plants ha-1, with and without irrigation. Variables of soil, plant and atmosphere were monitored with emphasis during drought periods. Variations of the matrix water potential were monitored from 0.075 to 1.20 m of soil depth. A regular delay was observed in the soil drying process in no-tilled plots, in particular during drought periods, indicating higher water storage in no-tillage than in

  11. Crescimento radicular de soja em razão da sucessão de cultivos e da compactação do solo Soybean root growth as affected by previous crop and soil compaction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosemeire Helena da Silva

    2002-06-01

    Full Text Available O objetivo do experimento foi avaliar o crescimento radicular e produção de matéria seca da parte aérea da soja (Glycine max (L. Merrill cultivada após diversas espécies vegetais, em solo com diferentes níveis de compactação. O trabalho foi realizado em vasos contendo amostras de um Latossolo Vermelho, textura franco arenosa, com camada de 3,5 cm (profundidade de 15 a 18,5 cm compactada até as densidades 1,12, 1,36 e 1,60 Mg m-3, onde cultivaram-se anteriormente aveia-preta, guandu, milheto, mucuna-preta, soja, sorgo granífero e tremoço-azul, e um tratamento sem planta (pousio. Essas espécies se desenvolveram por 37 a 39 dias, foram cortadas ao nível do solo, picadas em partes de aproximadamente 3 cm e deixadas sobre a superfície do vaso por 40 dias. Após esse período, cultivou-se a soja até 28 dias após a emergência, quando, então, as plantas foram colhidas. Foram avaliados produção de matéria seca da parte aérea e de raízes, e comprimento e diâmetro radicular da soja. O cultivo anterior com aveia-preta, guandu e milheto favoreceu o crescimento radicular da soja abaixo de camadas compactadas do solo. Independentemente do nível de compactação, o cultivo anterior com qualquer das espécies estudadas beneficiou a produção de matéria seca da parte aérea da soja.This study aimed at evaluating root growth and shoot dry matter production of soybean (Glycine max (L. Merrill cropped after different vegetal species, in a soil with different compaction levels. The experiment was conducted in pots containing a Dark-Red Latosol (Acrortox, loamy sand, and the pots had a layer 3.5 cm (15 to 18.5 cm thick and 15 cm deep compacted to 1.12, 1.36 and 1.60 Mg m-3. Before soybean, the pots were cropped with black oat, pigeon pea, pearl millet, black mucuna, soybean, grain sorghum and lupin, plus a treatment without plants. These species were grown for 37 to 39 days, when they were cut at soil level, prick in particles of

  12. Transporte de enxofre para as raízes de soja em três solos de Minas Gerais Sulphur transport toward soybean roots in three soils from Minas Gerais State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Davi José Silva

    2002-08-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a contribuição do fluxo em massa e da difusão no transporte de S para a superfície das raízes de soja, conduziu-se um ensaio em casa de vegetação, com amostras de três solos dos municípios de Viçosa, Paracatu e Lassance. Essas amostras apresentavam, respectivamente, 5,0, 1,2 e 1,4 mg dm-3 de S disponível, obtidos pelo extrator Ca(H2PO42, 500 mg L-1 de P em HOAc 2 mol L-1. O experimento correspondeu a um fatorial 3 x 5, sendo três solos e cinco doses de S (0, 20, 40, 80 e 160 mg dm-3, dispostos em blocos casualizados, com quatro repetições. A umidade, controlada pelo uso de um tensiômetro por vaso, foi mantida próximo a -10 kPa durante todo o ensaio. O fluxo em massa foi o principal mecanismo de transporte de S para a superfície das raízes da soja. Quando a concentração de S na solução do solo foi alta, esse mecanismo supriu quantidades de S superiores às absorvidas pela planta. A contribuição da difusão para o suprimento de S ocorreu apenas em baixa concentração desse nutriente na solução do solo.A greenhouse experiment was carried out to evaluate the mass flow and diffusion contributions on sulphur transport toward soybean roots in soil surface samples (0-20 cm of three soils collected in Viçosa, Paracatu and Lassance, Minas Gerais State, Brazil. Originally, the soil samples presented 5.0, 1.2 and 1.4 mg dm-3 of available S, respectively, obtained by extraction with a Ca(H2PO42 solution containing 500 mg L-1 of P in HOAc 2 mol L-1 solution. A 3x5 factorial layout was used with three soils and five S rates (0, 20, 40, 80 and 160 mg dm-3, disposed in a randomized complete block design, with four replications. Tensiometers controlled the soil water potential in each pot and the potential was maintained around -10 kPa. The mass flow was the main mechanism of S transport to soybean roots. At high concentration in soil solution, the quantities supplied by mass flow were higher than those

  13. EFFECTS OF DOUBLE CROPPING WITH SOYBEAN ON SOIL PENETRATION RESISTANCE UNDER NO-TILLAGE CONTRIBUIÇÃO DE SAFRINHAS EM SUCESSÃO À CULTURA DA SOJA EM PLANTIO DIRETO SOBRE A RESISTÊNCIA À PENETRAÇÃO DO SOLO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liovando Marciano da Costa

    2007-09-01

    Full Text Available

    The objective of this study was objectified to evaluate the resistance to the penetration of the soil in area as seven successions of cultures, involving the double cropping cultures: corn, soybean, pearl millet, sunflower, sorghum, oat and turnip fodder, with the culture of the soybean, in no-tillage, driven for three years (1994-1996, in the Foundation experimental area of Higher education de Rio Verde, in the municipal district of Rio Verde, Goiás. In the last year, in the between cultures of double cropping it measured the resistance to the penetration in the soil in different layers between 0 and 30 depth cm, using penetrographer. Significant interaction was observed between successions of cultures and depths in the profile of the soils for the appraised characteristic. The successions that include pearl millet and sorghum reduce the penetration of the soil to 15 cm of depth bought to the sunflower. In this depth the soil offered tendency the largest resistance to the penetration in all the appraised treatments.

    KEY-WORDS: Physics of the soil; soil in the cerrado; metropenetrography.

    Objetivou-se avaliar a resistência à penetração do solo em área com sete sucessões de culturas, envolvendo as seguintes culturas de safrinhas: milho, soja, milheto, girassol, sorgo, aveia e nabo forrageiro, com a cultura da soja, no sistema plantio direto, conduzidas durante três anos (1994-1996, na área experimental da Fundação de Ensino Superior de Rio Verde, no município de Rio Verde, Goiás. No último ano, na entressafra de culturas de safrinha e cultura de verão mediu-se a resistência à penetração no solo em diferentes camadas entre 0 e 30 cm de profundidade, utilizando-se penetrógrafo. Observou-se interação significativa entre sucessões de culturas e profundidades no perfil do

  14. Dinâmica das populações bacterianas em solos de Cerrados Dynamic of bacterial populations from Cerrado soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Carlos Pereira

    1999-05-01

    Full Text Available Nos ambientes tropicais, os Cerrados destacam-se pelo seu potencial agrícola. Apesar das funções dos microrganismos no crescimento das plantas e na produtividade das culturas, existem poucas informações dos efeitos resultantes do manejo do solo, na ecologia microbiana. Neste estudo, foram avaliados os efeitos das condições ambientais e das práticas agrícolas sobre as populações bacterianas. As densidades das populações em solos com vegetação nativa foram variáveis e diferenciadas. Em Sete Lagoas, MG, as populações de actinomicetos variaram de 1,7 a 50 X 10(4 UFC/g de solo seco, enquanto em Planaltina as densidades das populações bacterianas em solo com primeiro e segundo ano de cultivo de soja foram semelhantes, mas superiores ao solo com vegetação nativa. A utilização agrícola deste solo não resultou em desequilíbrios acentuados das populações de actinomicetos provenientes de esporos e hifas. As relações esporos/hifas variaram de 1,1 a 5,8. Na rizosfera da soja, os coeficientes de correlação entre as populações de actinomicetos com as demais populações bacterianas foram significativos. Os resultados evidenciam que as práticas agrícolas utilizadas na introdução da cultura da soja em solos de Cerrados pode influenciar o equilíbrio das populações na comunidade bacteriana.Among tropical environments, Cerrados stand out because of its agriculture potencial. Although microorganisms play an important role on soil sustainability and crop production, few information is available on the effects of soil management systems on Cerrado's microbial ecology. In this study the effects of environmental conditions and soil management practices on bacterial populations were evaluated. Bacterial population densities in soil under native vegetation were variable and diferentiated. Actinomycetes densities varied from 1.7 to 50 X 10(4 CFU/g dry soil in Sete Lagoas region, Brazil, whereas bacterial populations in both the

  15. Soil aggregation in a crop-livestock integration system under no-tillage Agregação do solo em sistema de integração lavoura-pecuária em plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edicarlos Damacena de Souza

    2010-08-01

    Full Text Available Grazing intensities can influence soil aggregation, which can be temporarily and permanently affected. The objective of this study was to evaluate the aggregate stability in water at the end of a soybean cycle and during pasture development in a crop-livestock integration system under no-tillage and grazing intensities. The experiment was initiated in 2001, in a dystrophic Red Latosol, after soybean harvest. Treatments consisted of pasture (black oat + Italian ryegrass at heights of 10, 20 and 40 cm, grazed by young cattle, and a control (no grazing, followed by soybean cultivation, in a randomized block design. Soil samples were collected at the end of the soybean cycle (May/2007, during animal grazing (September/2007 and at the end of the grazing cycle (November/2007. The grazing period influences aggregate distribution, since in the September sampling (0-5 cm layer, there was a higher proportion of aggregates > 4.76 mm at all grazing intensities. Soil aggregation is higher in no-tillage crop-livestock integration systems in grazed than in ungrazed areas.As intensidades de pastejo podem influenciar o estado de agregação do solo, que pode sofrer alterações temporárias ou permanentes. O objetivo deste estudo foi avaliar a estabilidade dos agregados em água ao final do ciclo da soja e durante o desenvolvimento da pastagem em sistema de integração lavoura-pecuária em plantio direto submetido a intensidades de pastejo. O experimento foi iniciado em 2001, em um Latossolo Vermelho distrófico, após a colheita da soja. Os tratamentos constaram de alturas de manejo da pastagem (aveia-preta + azevém: 10, 20 e 40 cm, com bovinos jovens, e sem pastejo, seguido do cultivo de soja, em delineamento de blocos ao acaso. Amostras de solo foram retiradas nas camadas de 0 a 5, 5 a 10 e 10 a 20 cm. As amostras foram coletadas ao final do ciclo da soja (maio/2007, em pleno pastejo pelos animais (setembro/2007 e ao final do pastejo (novembro/2007. O tempo

  16. Crop sequences in no-tillage system: effects on soil fertility and soybean, maize and rice yield Sequências de culturas em semeadura direta: efeitos sobre a fertilidade do solo e a produtividade de soja, milho e arroz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adolfo Valente Marcelo

    2009-04-01

    , millet and pigeon pea. Rice yields were lowest when grown after sorghum.Os resíduos vegetais das culturas, ao se decomporem, alteram os atributos químicos do solo e, como consequência, influenciam a produtividade das culturas em sucessão. O objetivo deste trabalho foi avaliar os atributos químicos do solo e a produtividade das culturas de soja, milho e arroz, cultivadas no verão, em sucessão a culturas de inverno em semeadura direta. O experimento foi realizado em Jaboticabal-SP (48 ° 18 ' 58 '' W e 21 ° 15 ' 22 '' S, em um Latossolo Vermelho eutrófico. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, no esquema em faixas, com três repetições. Os tratamentos foram constituídos pela combinação de quatro sequências de culturas de verão (monoculturas de milho e soja e rotações soja/milho e arroz/feijão/algodão com sete culturas de inverno (milho, girassol, nabo forrageiro, milheto, guandu, sorgo e crotalária. Os cultivos iniciaram-se em 2002. Após o manejo das culturas de inverno e antes da semeadura das culturas de verão do ano agrícola 2006/2007, foram coletadas amostras de solo nas camadas de 0-2,5; 2,5-5,0; 5-10; 10-20; e 20-30 cm. Nas amostras de solo, foram determinados: teores de matéria orgânica, pH, teores de P (resina, K, Ca e Mg trocáveis e acidez potencial (H + Al. As sequências de verão rotação soja/milho e milho em monocultura proporcionaram no solo menores teores de matéria orgânica na camada de 0-10 cm e de P do solo na camada de 0-20 cm. Na sequência de verão arroz/feijão/algodão, maiores teores de K foram proporcionados pelas culturas de inverno crotalária e nabo forrageiro, na camada de 0-10 cm, e milheto, na de 0-2,5 cm. Crotalária, milheto, nabo forrageiro e sorgo, cultivados no inverno, proporcionaram maiores teores de matéria orgânica no solo na camada de 0-30 cm. Maiores teores de P no solo foram proporcionados pela crotalária, na camada de 0-2,5 cm, e pelo nabo forrageiro, na de 0-5 cm. Maiores

  17. Avaliação dos atributos físicos do solo em consórcio de forrageiras e milho em sucessão com soja em região de cerrados Evaluation of soil physical properties in a forage-corn intercropping in succession with soybean in the cerrado region

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Veridiana Zocoler de Mendonça

    2013-02-01

    Full Text Available O uso intensivo de áreas do Cerrado para produção agropecuária aliado ao manejo inadequado tem causado degradação dos solos. Nesse sentido há necessidade da incorporação de sistemas sustentáveis como plantio direto e a integração lavoura-pecuária. Este trabalho objetivou identificar o efeito da sucessão de milho+forrageiras e soja nos atributos físicos do solo. Para tanto foi realizado, em área experimental da Unesp, campus de Ilha Solteira, um ensaio composto do consórcio de milho com quatro forrageiras (Brachiaria brizantha,B. ruziziensis, Panicum maximum cv. Tanzânia e P. maximum cv. Áries semeadas em três modalidades (na linha de semeadura do milho misturada ao adubo, a lanço simultânea à semeadura do milho e a lanço no estádio V4 do milho e o milho sem consorciação (testemunha. A soja de verão foi implantada sobre os restos culturais dos tratamentos anteriores. Foram realizadas coletas para determinar a macro e microporosidade, porosidade total e densidade do solo em duas épocas de amostragem, após as colheitas do milho e da soja. Pelos resultados, pôde-se concluir que, em regiões de cerrados, a sucessão de culturas utilizada promoveu a melhoria da macroporosidade, porosidade total e densidade do solo, independentemente da utilização de forrageiras em consórcio com milho.The intensive use of Cerrado soils for agricultural production coupled with an inadequate management has resulted in soil degradation. This created the need for the introduction of more sustainable systems such as no-tillage and crop-livestock integration. This study analyzed the effect of succession of corn+forage and soybean on soil physical properties. For this purpose, four forages (Brachiaria brizantha, B. ruziziensis, Panicum maximum cv. Tanzânia, and P. maximum cv. Áries, were sown in an intercropping trial with maize in three modalities (in the corn row mixed with fertilizer; broadcast at corn sowing; and broadcast in corn stage

  18. Redução da infestação de Brachiaria plantaginea em soja pela cobertura do solo com palha de aveia-preta Reduction of Brachiaria plantaginea infestation on soybean crop with black oat residues

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GIOVANI THEISEN

    2000-04-01

    Full Text Available Este trabalho foi conduzido em área da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Eldorado do Sul, RS, em 1996/97, com o objetivo de avaliar os efeitos de resíduos de aveia-preta (Avena strigosa Schreb. sobre o solo na densidade de papuã (Brachiaria plantaginea (Link Hitch. e no rendimento da cultura da soja (Glycine max L. Merrill. O experimento foi conduzido em delineamento de blocos casualizados em parcelas subdivididas, com quatro repetições; os tratamentos método de controle de papuã (nas parcelas e cobertura do solo (nas subparcelas foram arranjados em esquema fatorial. A densidade da planta daninha diminuiu de forma exponencial com o aumento da cobertura de aveia sobre o solo, variando de 829 a 86 plantas/m² para níveis de cobertura 0,0 t/ha e 10,5 t/ha, respectivamente. Houve maior infestação de papuã nas linhas do que nas entrelinhas da cultura. Não houve efeito da cobertura vegetal no rendimento da soja quando a cultura foi mantida livre de papuã. Por sua vez, níveis crescentes de resíduos vegetais sobre o solo controlaram papuã e aumentaram linearmente o rendimento da cultura. Nas condições de alta infestação da área, a produção de grãos aumentou na razão de 158 kg/ha de grãos por tonelada de palha sobre o solo.This work was conducted at Universidade Federal do Rio Grande do Sul, in Eldorado do Sul, Rio Grande do Sul State, Brazil, during 1996/97, to evaluate the effect of black oats (Avena strigosa Schreb. residues on alexandergrass (Brachiaria plantaginea (Link Hitch. density and on soybean (Glycine max L. Merrill yield. Treatments were arranged in split-plot in a randomized complete block design with four replicates, with weed control method as main plots and level of black oat residues as subplots. An exponential reduction of alexandergrass density was observed, with data varying from 829 to 86 plants/m² for levels of straw on the soil surface of 0 to 10.5 ton/ha, respectively. Higher weed

  19. Desempenho de sementes de soja peliculizadas em solo com diferentes teores de água Performance of film coated soybean seeds in soil with different water contents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Renato Emiliorelli Evangelista

    2007-08-01

    Full Text Available O uso de polímeros hidrofóbicos, tem sido recomendado para tratamento de sementes de espécies que absorvem água rapidamente, causando danos por embebição, como é o caso da soja. Quando a semeadura é realizada em solos com baixa capacidade de infiltração, pode ocorrer redução significativa do estande caso a semeadura coincida com alto índice pluviométrico. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho de sementes de soja peliculizadas em solos com diferentes teores de água. As sementes foram tratadas com o fungicida Tegram (thiabendazole + thiram na dosagem de 200 mL/100 kg de sementes associadas aos polímeros. Para peliculização das sementes foram utilizados os polímeros L201 e L204, os quais foram aplicados nas dosagens de 0 mL, 200 mL e 400 mL/100 kg de sementes. Após o tratamento as sementes foram semeadas em solos com 50, 70 e 90% da capacidade de campo para avaliações nos testes de emergência em bandeja e teste de frio. Foram feitas ainda avaliações por meio do teste de germinação, submersão, emergência em canteiro. Verificou-se que a peliculização promove um aumento no índice e no percentual de emergência quando em condições ideais, independente do polímero utilizado. Em condições de estresse a peliculização reduz o vigor das sementes.The use of polymers has been recommended for the treatment of seeds of those species that absorb water quickly, causing seed damage by imbibition, such as the soybean case. When the sowing is accomplished in soils with a low drainage capacity, a significant reduction in the seedling emergence may occur if sowing coincides with the high pluviometric index. The objective of this work was to evaluate the performance of film coated soybean seeds in soils with different water contents. Seeds were treated with the fungicide Tegram (thiabendazole + thiram at a dosage of 200mL/100kg of seeds associated to the polymers. For the film coating of the seeds the

  20. Persistência do herbicida sulfentrazone em solo cultivado com soja e seu efeito em culturas sucedâneas Sulfentrazone persistence in soybean-cultivated soil and effect on succession cultures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.M.G. Blanco

    2005-12-01

    Full Text Available Esta pesquisa foi realizada em Engenheiro Coelho-SP, Brasil e teve como objetivo estudar a persistência do herbicida sulfentrazone em solos cultivados com soja, bem como os efeitos da toxicidade do resíduo nas culturas sucedâneas de milheto, girassol, aveia, trigo e feijão. O solo do ensaio teve as seguintes características: 46% de argila, 12% de silte, 42% de areia, 4% de matéria orgânica e pH de 5,8. A metodologia usada na determinação da persistência foi a de bioensaios, utilizando-se a beterraba como planta-teste crescendo dentro de um fitotron com as condições climáticas constantes, utilizando o solo amostrado 24 vezes na área experimental até 539 dias após os tratamentos (DAT. A persistência foi determinada em 376 dias após a aplicação de 0,6 kg a.i.ha-1 de sulfentrazone; já na dose maior, 1,20 kg a.i.ha-1, não foi possível determinar o final da persistência, pois mesmo na última época amostrada (539 DAT a beterraba mostrou-se sensível ao herbicida. Pela análise das diversas características de desenvolvimento nas culturas que sucederam a soja, foi demonstrado que o resíduo do sulfentrazone afetou significativamente o crescimento e o rendimento das culturas de milheto e aveia; o girassol e o feijão não foram afetados; e, no trigo, somente a dose mais elevada foi capaz de sensibilizar negativamente a cultura.This research was carried out in Engenheiro Coelho-SP, Brazil, to study the persistence of sulfentrazone in soybean ecosystems and the effects of the toxicity of its residues on millet, sunflower, oats, wheat and beans cultivated in succession to soybean. The soybean field soils had, respectively, 46% of clay; 12% of silt; 42% of sand 4% of OM and pHs of 5.8. The experiment was designed in randomized blocks with 5 replications. Soil samples were collected at the depth of 0-10cm, from 0-539 DAT (24 timings. Sulfentrazone persistence was evaluated by bioassay using sugar beet as test plant. In soybean field

  1. Desempenho agronômico de genótipos de capim-braquiária em sucessão à soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Armando Zago Machado

    2011-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho agronômico de genótipos de capim-braquiária [Urochloa brizantha (Syn. Brachiaria brizantha] em sucessão à soja, para uso em sistemas de integração lavoura-pecuária. Os genótipos Marandu, MG 4, Xaraés, Piatã, Arapoty e B 6, foram avaliados na safrinha, durante a estação seca, e a soja na safra de verão, em esquema de sucessão, de 2007 a 2010. Em cada ano, as forrageiras foram semeadas em março, avaliadas em cortes sucessivos até o final de setembro e dessecadas em outubro para a realização do plantio direto da soja em novembro. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições. Xaraés e B 6 estiveram entre os genótipos com maior produção de forragem. A cultivar Xaraés apresentou menores teores de proteína bruta, digestibilidade in vitro da matéria orgânica, cálcio e fósforo, embora esses teores possam ser considerados bons para o gênero, uma vez que o solo de cultivo apresentava boa fertilidade. Há variação entre os genótipos de U. brizantha quanto ao desempenho na safrinha. A cultivar Xaraés e o genótipo B 6 destacam-se para compor sistemas de produção integrados com lavoura. Os genótipos MG 4 e B6 são facilmente dessecados com o herbicida glifosato. A produtividade de grãos de soja não é significativamente afetada pelo cultivo em sucessão aos genótipos de U. brizantha.

  2. Partição da competição por recursos do solo e radiação solar entre cultivares de soja e genótipos concorrentes Competition partition of soil and solar radiation resources between soybean cultivars and concurrent genotypes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. Bianchi

    2006-12-01

    Full Text Available As plantas competem por recursos do meio situados abaixo e/ou acima da superfície do solo. A separação física da competição entre plantas possibilita conhecer a importância relativa de cada fração, bem como apontar possíveis diferenças em competitividade entre espécies. Objetivou-se neste trabalho separar os efeitos individuais decorrentes da competição por recursos do solo ou radiação solar, entre soja e plantas concorrentes. Foram realizados seis experimentos em vasos na UFRGS, em Porto Alegre-RS, sendo dois em 2001 e quatro em 2002. Os tratamentos testados resultaram das combinações de dois genótipos concorrentes (cultura e competidor e quatro condições de competição (ausência de competição, competição por recursos do solo e radiação solar, competição por recursos do solo e competição por radiação solar. Os cultivares de soja IAS 5 e Fepagro RS 10 representaram a cultura, enquanto o nabo forrageiro e o cultivar de soja Fundacep 33 foram os competidores. Determinaram-se variáveis morfofisiológicas em plantas de soja e de nabo forrageiro. O crescimento das plantas de soja foi mais afetado pela competição por recursos do solo, sendo o cultivar RS 10 mais competitivo do que IAS 5. O nabo forrageiro não interferiu no crescimento dos cultivares de soja, porém cresceu mais na presença da cultura.Plants compete for environmental resources located below and over soil surface. Physical separation of competition allows understanding the relative importance of each fraction, as well as identifying possible differences among species. The aim of this research was to separate the individual effects resulting from competition for soil or solar radiation resources, between soybean and concurrent plants. Thus, experiments using pots were carried out at UFRGS, in Porto Alegre-RS, in 2001 and 2002. The treatments tested resulted from the combinations of two concurrent genotypes (crop and competitor and four competition

  3. Cultivares de soja sob plantio direto em Latossolo Vermelho compactado = Soybean cultivars under no-till on a compacted oxisol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neyde Fabíola Balarezo Giarola

    2009-10-01

    Full Text Available O processo de compactação pode modificar os atributos físicos do solo a ponto de limitar o potencial genético de desenvolvimento de culturas agrícolas ou de cultivares mais sensíveis. O objetivo deste trabalho foi avaliar, em Latossolo Vermelho Eutroférrico típico, a resposta de parâmetros de produção de cultivares de soja (Glycine max L. Merrill e atributos físicos do solo ao sistema plantio direto em condições de lavoura e com compactação adicional. O estudo foi conduzido na C-Vale Cooperativa Agroindustrial, em Palotina, Estado do Paraná. Foram avaliados dois tratamentos de solo: sistema plantio direto sem compactação adicional (SPD-C0 e sistema plantio direto com compactação adicional (PD-C1, e cinco cultivares de soja: (1 Coodetec 204, (2 Coodetec 215, (3 Monsoy 5942,(4 Embrapa 48 e (5 Spring. Adotou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado em esquema fatorial 5 X 2. Os atributos de solo avaliados foram: densidade do solo, porosidade total, macro e microporosidade. Nas plantas, foram avaliadas as seguintes variáveis: fitomassa seca, altura de plantas, altura de inserção da primeira vagem, massa demil grãos e produtividade. Os resultados demonstraram que as variáveis de produção das cultivares de soja não foram influenciados pelos diferentes níveis de compactação do solo, e as diferenças observadas se deveram às características das próprias cultivares.The compaction process can promote changes in the physical attributes of soil, to the point of limiting the genetic potential for the development of more sensitive agricultural crops or cultivars. Thegoal of this study was to evaluate, on a clayed Red Latosol (Oxisol, the response of production parameters of different varieties of soybean (Glycine max and physical attributes of soil under tillage farming, and with additional compression. The study was conducted at C-Valley Agroindustrial Cooperative, in Palotina (Paraná State. Two treatments

  4. Biomassa e atividade microbianas do solo sob influência de chumbo e da rizosfera da soja micorrizada Soil microbial biomass and activity under the influence of lead addition and mycorrhizal soybean rhizosphere

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sara Adrián López de Andrade

    2004-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da adição de chumbo (Pb ao solo na biomassa e atividade microbianas do solo sob influência da rizosfera de soja micorrizada. O trabalho foi realizado em casa de vegetação, com delineamento inteiramente casualizado num esquema fatorial 4x2x2 utilizando-se 0, 150, 300 e 600 mg dm-3 de Pb, inoculação ou não do fungo micorrízico arbuscular (FMA, Glomus macrocarpum, e duas épocas de amostragem - florescimento e maturação da soja. Avaliaram-se o C da biomassa microbiana, a liberação de CO2 do solo e a atividade de três enzimas, desidrogenase, fosfatase alcalina e arilssulfatase. O Pb afetou negativamente o C da biomassa e a atividade da microbiota rizosférica, ocorrendo interação entre a presença de propágulos de FMA e o estádio de desenvolvimento da planta. A atividade da fosfatase alcalina foi a mais afetada pelas altas concentrações de Pb adicionadas ao solo, com redução de 60% na sua atividade, mostrando-se um indicador sensível do estresse metabólico da comunidade microbiana do solo causado pelo excesso de chumbo. A micorrização da soja influenciou de forma direta a microbiota rizosférica, resultando em maior atividade e biomassa, principalmente no estádio de maturação da soja. A microbiota do solo apresentou sintomas de estresse decorrentes da adição de chumbo.The objective of this work was to evaluate the effects of lead addition on soil microbial biomass and activity under the influence of the rhizosphere of mycorrhizal soybean. The experimental design was completely randomized and arranged in a 4x2x2 factorial scheme, using 0, 150, 300 and 600 mg dm-3, inoculation or not of the arbuscular mycorrhizal fungus (AMF Glomus macrocarpum and two sampling periods: soybean flowering and maturity. Microbial biomass C, soil respiration and the activity of three soil enzymes (deshydrogenase, alkaline phosphatase and arilsulphatase were determined. The most affected enzyme

  5. Sistemas de manejo do solo na recuperação de uma pastagem degradada em Rondônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Afrânio Ferreira Neves Junior

    2013-02-01

    Full Text Available Na região amazônica, pastagens formadas e conduzidas de forma inadequada perdem a produtividade durante os primeiros anos em razão de superpastejo, ausência de adubação e de manutenção e emprego de espécies inadequadas para as condições edafoflorísticas da região. O objetivo deste estudo foi quantificar as modificações ocasionadas por diferentes sistemas de manejo nos atributos físicos de um Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA, sob pastagem degradada no Estado de Rondônia, RO. Os sistemas de manejo utilizados nos tratamentos foram: T = testemunha; G = gradagem + NPK + micronutrientes; H = herbicida + NK + micronutrientes; A = plantio direto de arroz + NPK + micronutrientes; e S = plantio direto de soja + NPK + micronutrientes. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições. Para avaliar os tratamentos, amostras com estrutura indeformada foram coletadas em três profundidades (0-0,10; 0,10-0,20 e 0,20-0,30 m para determinar a curva de retenção da água no solo, densidade do solo, resistência do solo à penetração de raízes, macroporosidade, microporosidade, porosidade total, estimativa do intervalo hídrico ótimo (IHO, densidade máxima do solo (Dsmax e densidade relativa do solo (Dsrel. Os sistemas de manejo do solo adotados na recuperação da pastagem não proporcionaram melhorias significativas nos atributos físicos do solo, 40 meses após a implantação dos tratamentos. Em todos os sistemas de manejo, foram encontrados valores de densidade do solo acima do considerado ideal (1,40 Mg m-3 e abaixo do crítico (1,75 Mg m-3. Todos os sistemas de manejo apresentaram valores de densidade do solo relativa (Dsrel acima do valor adotado como crítico (Dsrel = 86 %, exceto no sistema em que foi realizado o preparo do solo na profundidade de 0-0,10 m. A qualidade física do solo, avaliada pelo IHO, diminuiu com o aumento da profundidade do solo.

  6. Fatores envolvidos na supressividade a Rhizoctonia solani em alguns solos tropicais brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. A. Rodrigues

    1998-06-01

    Full Text Available O experimento foi realizado em condições de casa de vegetação, na Universidade Federal de Uberlândia, no período de março a agosto de 1995, visando determinar, em sete classes de solo, a supressividade ao fungo Rhizoctonia solani e estudar o possível relacionamento dessa característica com a mineralogia, propriedades físicas e químicas e populações de fungos do solo. Após proceder à inoculação dos solos com R. solani, multiplicada em grãos de sorgo autoclavados, observou-se que o índice de doença em plântulas de soja aumentou em todos eles. Tal índice foi sempre maior na camada de 0-20 cm, associando-se com o maior teor de matéria orgânica, com exceção do Solo Orgânico eutrófico (SOe, o qual apresentou um índice de doença similar nas duas profundidades (0-20 e 20-40 cm. O efeito supressivo a R. solani, observado no material do Plintossolo distrófico (PTd e no Latossolo Vermelho-Escuro álico (LEa, relacionou-se com a textura muito argilosa, com a alta saturação por alumínio e com a vegetação (fase cerrado, mesmo com a ausência de Trichoderma spp. Os materiais do Solo Orgânico eutrófico (SOe, do Latossolo Roxo distrófico (LRd e da Terra Roxa Estruturada eutrófica (TRe apresentaram maior conducividade a R. solani , possivelmente relacionada com o caráter eutrófico e com o teor da matéria orgânica, decorrente do tipo de cobertura vegetal (fase vegetação. O material do Latossolo Vermelho-Escuro álico textura média (LEam e o do Latossolo Vermelho-Amarelo álico (LVa mostraram comportamento intermediário. O índice de doença correlacionou-se negativamente com a saturação por alumínio e teor de argila e positivamente com a saturação de bases (V e com o pH. A mineralogia parece não ter influência direta na supressividade ou conducividade dos solos estudados, provavelmente por variar apenas no que se refere às formas de óxidos de ferro.

  7. Produtividade de soja e milho após coberturas de inverno e descompactação mecânica do solo Soybean and corn yield after soil winter covers and soil mechanical loosening

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Debiasi

    2010-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de coberturas de inverno e da descompactação mecânica do solo sobre o desempenho de soja e milho, em sistema de plantio direto. Foram conduzidos dois experimentos em Eldorado do Sul, RS, sobre Argissolo Vermelho compactado, nas safras 2005/2006 e 2006/2007. No primeiro, o delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com parcelas subdivididas. Os tratamentos consistiram de duas profundidades teóricas de atuação da haste sulcadora da semeadora (0,06 e 0,12 m, subparcela e de três tipos de coberturas do solo no inverno (parcela: pousio, aveia-preta (Avena strigosa e aveia-preta+ervilhaca (Vicia Sativa. Em 2006, a cobertura aveia-preta+ervilhaca foi substituída por nabo-forrageiro (Raphanus sativus. No segundo experimento, realizado em blocos ao acaso, o solo foi escarificado e os tratamentos consistiram do uso de aveia-preta ou nabo-forrageiro como cobertura de inverno. Os cultivos de cobertura reduziram a compactação superficial do solo (0-0,06 m em comparação ao pousio e, na safra 2006/2007, sob condições de baixa disponibilidade hídrica, proporcionaram maior produtividade de milho e soja. Isso não se repetiu em 2006/2007, quando a disponibilidade hídrica foi adequada. O aumento da profundidade de atuação das hastes sulcadoras não influenciou a produtividade da soja e do milho. A escarificação reduziu a produtividade da soja e do milho em relação ao SPD contínuo.The objective of this work was to evaluate the effect of soil winter covers and soil mechanical loosening on soybean and corn yield, in no-tillage system. Two experiments were carried oud in Rio Grande do Sul state, Brazil, in a compacted Argissolo Vermelho (Haplic Acrisol, in the 2005/2006 and 2006/2007 crop seasons. The first experiment was carried out in a complete block design, with a split plot arrangement. The treatments were two theoretical working depths of a driller chisel-type furrow opener (0.06 and 0

  8. Disponibilidade de fósforo em dois latossolos argilosos e seu acúmulo em plantas de soja, em função do aumento do pH Phosphorus availability in two clayey oxisols and its accumulation in soybean as a function of the increase in pH

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Viviani

    2010-02-01

    Full Text Available O melhor aproveitamento do P, tanto o aplicado no cultivo quanto o residual do solo, em razão do uso de calcário em solos argilosos cultivados e adubados por muitos anos, pode ser viável. Objetivando avaliar o efeito do aumento do pH do solo e da aplicação de adubo fosfatado e calcário na semeadura sobre a disponibilidade de P e o seu acúmulo em plantas de soja, realizaram-se dois experimentos em Latossolo Vermelho Distrófico-LVD e Latossolo Vermelho Distroférrico-LVDf, argilosos, com elevados níveis de fertilidade. O delineamento experimental foi blocos casualizados, num fatorial 4x2x2: quatro níveis de pH, duas doses de P e duas de calcário, com quatro repetições. Cultivaram-se plantas de soja em vaso até a floração. Avaliaram-se o peso da massa seca, teor e acúmulo de P na parte aérea; teor de P e P remanescente no solo. A disponibilidade de P nos solos aumentou com a elevação do pH. Para o LVdf, houve interação entre pH e doses de P, os teores de P no solo aumentaram com o pH e com a aplicação de P. Para o LVD, houve interação entre pH e doses de calcário. O P remanescente foi reduzido pelo aumento do pH em ambos os solos. Nos dois experimentos, com o aumento do pH do solo houve incremento na produção de massa seca e de P acumulado. Em solos argilosos e com alto teor de P, a elevação do pH aumenta a disponibilidade de P, proporcionando maior produção de massa seca de soja.The best P employment, both applied in the culture as the P soil residual, is possible, due limestone use in clayey soils cultivated and fertilized for many years. Aiming at evaluating the pH increase in the soil and the effect of the application of phosphated fertilizer and lime on the sowing on the P availability and its accumulation in soybean plants, two experiments in oxisols, Haplortox (one LVD and the other LVDf, with high fertility levels, were carried out. The experimental design was random blocks, in a 4x2x2 factorial, being four

  9. Altura de Pastejo de Braquiária e Carga Animal Limitada pelos Atributos Físicos do Solo em Sistema Integração Lavoura-Pecuária com Soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonez Fidalski

    2015-06-01

    Full Text Available O manejo da altura de pastejo das forrageiras pelos bovinos pode comprometer os atributos físicos do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da altura de pastejo de braquiária (Urochloa ruziziensis e a carga animal média, após três anos de sistema integração lavoura-pecuária com soja, nos atributos físicos de um Latossolo Vermelho distrófico típico. O delineamento experimental foi de blocos casualizados, com três repetições. Cinco tratamentos com 10, 20, 30 e 40 cm de altura de pastejo, após 84 dias de pastejo contínuo mantidos com carga variável de bovinos, e um tratamento testemunha sem pastejo foram avaliados em parcelas experimentais de 1 ha. Em novembro de 2012, após o terceiro período de pastejo, com carga animal média de 1.262, 919, 892 e 724 kg ha-1 de peso vivo, respectivamente, para as alturas de pastejo de 10, 20, 30 e 40 cm, coletaram-se amostras indeformadas de solo nas camadas de 0-10, 10-20 e 20-30 cm, as quais foram utilizadas para determinar as curvas de retenção de água e de resistência do solo à penetração e a densidade do solo (Ds, bem como para calcular o intervalo hídrico ótimo (IHO. A menor Ds ocorreu na camada de 0-10 cm para a altura de pastejo de 31 cm da braquiária que correspondeu a 72 % da carga animal máxima. O maior IHO ocorreu na camada de 10-20 cm para a altura de pastejo de 23 cm da braquiária que correspondeu a 83 % da carga animal máxima. O manejo da altura de pastejo da braquiária foi limitado em 23 cm pela maior carga animal e melhores atributos físicos na camada de 10-20 cm do Latossolo Vermelho distrófico típico.

  10. Atributos físicos nos tempos de adoção de manejos em Latossolo cultivado com soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina de Vares Rossetti

    2012-04-01

    Full Text Available A condução das operações de preparo de forma inadequada ocasiona sérios problemas de conservação do solo, destacando-se a compactação, que acarreta a redução do espaço poroso, principalmente dos macroporos, e altera os atributos físico-hídricos. Este trabalho teve como objetivo verificar a influência dos diferentes sistemas e tempos de adoção de manejos em Latossolo Vermelho de Jaboticabal, Estado de São Paulo, por meio da densidade máxima, e correlacioná-la com a produtividade da soja, a densidade relativa e a umidade crítica de compactação. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado com parcelas subdivididas (cinco sistemas de uso e três camadas, com quatro repetições. Os cinco sistemas de uso foram: plantio direto por cino anos (SPD5, plantio direto por sete anos (SPD7, plantio direto por nove anos (SPD9, preparo convencional (SPC e uma área adjacente de mata nativa (MN. As camadas do solo avaliadas foram as de 0-0,10, 0,10-0,20 e 0,20-0,30 m, nas quais foram determinados a densidade máxima do solo (Ds máx, a umidade crítica de compactação (Ugc, a densidade relativa do solo (Dsr, a composição granulométrica, a porosidade e o teor de matéria orgânica do solo. Os resultados mostraram que o comportamento das curvas de compactação do solo foi o mesmo em todas as camadas dos diferentes manejos e que os teores de matéria orgânica não justificaram as pequenas alterações da Ds máx. Para o Latossolo Vermelho, as operações mecanizadas nos sistemas de manejo podem ser executadas na faixa de 0,13 a 0,19 kg kg-1 de umidade sem causar degradação física. Verificou-se que a Dsr ótima e a umidade crítica de compactação foram de 0,86 e 0,15 kg kg-1, respectivamente, embora os diferentes sistemas e tempos de adoção de manejo tenham apresentado comportamento semelhante quanto à produtividade da soja.

  11. Crescimento radicular e nutrição da soja cultivada no sistema plantio direto em resposta ao calcário e gesso na superfície

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. F. Caires

    2001-12-01

    Full Text Available A deficiência de cálcio e a toxidez de alumínio têm sido os fatores de acidez mais limitantes ao crescimento de raízes. Com o objetivo de avaliar o crescimento radicular e a absorção de nutrientes pela soja, cv. EMBRAPA 58, e seus reflexos sobre a produção de grãos, considerando as doses de calcário e gesso na superfície, em sistema plantio direto, foi realizado um experimento em um Latossolo Vermelho distrófico textura média, em Ponta Grossa (PR. O delineamento experimental empregado foi o de blocos ao acaso em parcela subdividida, com três repetições. Foram utilizadas quatro doses de calcário dolomítico, com 84% de PRNT: 0, 2, 4 e 6 t ha-1, e quatro doses de gesso agrícola: 0, 4, 8 e 12 t ha-1. A calagem foi realizada em julho e a aplicação de gesso em novembro de 1993. O crescimento radicular da soja não foi afetado pelas condições de acidez, em solo com 15, 12 e 8 mmol c dm-3 de Ca trocável e 28, 32 e 40% de saturação por Al, respectivamente, nas profundidades de 0-10, 10-20 e 20-40 cm. Houve aumento da absorção, pela cultura da soja, de todos os macronutrientes com a calagem, e de Ca e S com a aplicação de gesso. Somente a calagem aumentou a produção de soja, em decorrência de maior disponibilidade e absorção de Mg e de redução dos teores foliares de Zn e Mn.

  12. Effects of glyphosate and endosulfan on soil microorganisms in soybean crop Efeitos do endosulfan e glyphosate sobre microrganismos do solo na cultura da soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.L. Pereira

    2008-01-01

    Full Text Available Transgenic soybean, resistant to glyphosate, is the most dominant transgenic crop grown commercially in the world. Research works on herbicide and insecticide mixtures and their effects on microorganisms are rarely reported. This work aimed to study the impact of glyphosate, endosulfan and their mixtures on the microbial soil activity in soybean crop. The experiment was carried out in a complete randomized block design with four treatments and five replications. The treatments were glyphosate 480 SL [540 g of active ingredient (a.i. ha-1], endosulfan 350 EC (525 g a.i. ha-1, the glyphosate 480 SL [540 g of active ingredient (a.i. ha-1] mixed with endosulfan 350 EC (525 g a.i. ha-1 and the control. Microbial activity was evaluated five days after treatment application. Glyphosate application was not an impacting factor for soil CO2 production. Endosulfan application (alone or mixed with glyphosate suppressed CO2 production by microorganisms in the soil. Microbial biomass and microbial quotient were lower in the treatments using endosulfan alone and in those using endosulfan mixed with glyphosate than in the treatments using glyphosate alone and control.A soja resistente ao glyphosate é a cultura transgênica mais cultivada em todo o mundo. Pesquisas envolvendo o impacto de mistura de herbicidas e inseticidas e seus efeitos sobre microrganismos do solo são raramente reportadas. Este trabalho teve por objetivo avaliar o impacto do herbicida (glyphosate, do inseticida (endosulfan e da mistura de ambos sobre a atividade microbiana do solo na cultura da soja. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro tratamentos e cinco repetições. Os tratamentos foram o herbicida glyphosate 480 SL [540 g de ingrediente ativo (i.a. ha-1], endosulfan 350 EC (525 g i.a. ha-1, a mistura de glyphosate 480 SL (540 g de i.a. ha-1 com endosulfan 350 EC (525 g i.a. ha-1 e a testemunha onde se aplicou água. A atividade microbiana foi avaliada aos

  13. ATRIBUTOS QUÍMICOS DE UM LATOSSOLO E OMPORTAMENTO DO TRIGO E DA SOJA NO SISTEMA PLANTIO DIRETO INFLUENCIADOS PELA APLICAÇÃO E REAPLICAÇÃO DE GESSO AGRÍCOLA PONTA GROSSA PR

    OpenAIRE

    SUSANA CHURKA BLUM

    2008-01-01

    A adição de gesso agrícola proporciona modificações químicas no solo que podem beneficiar a produção das culturas. Com o objetivo de estudar os efeitos da aplicação e reaplicação de gesso agrícola nos atributos químicos do solo, na nutrição mineral e na produção de grãos de trigo, soja convencional e soja transgênica cultivados em sistema plantio direto, realizou-se um experimento em um Latossolo Vermelho Distrófico textura argilosa, em Ponta Grossa (PR). O delineamento experimental empreg...

  14. Efeitos da calagem nas características químicas do solo e na nutrição de soja em latossolo roxo distrófico de cerrado Effect of liming on the availability of nutrients and its subsequent results on soybean yield in latossolic distrophic cerrado soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hipólito A. A. Mascarenhas

    1976-07-01

    Full Text Available Em três experimentos conduzidos em latossolo roxo distrófico recém-desmatado, foram aplicados 2.500 kg de calcário dolomítico por hectare, cerca de cinco meses de antecedência ao plantio, num estudo de adubação com cinco níveis de fósforo e potássio, visando avaliar a produção de soja nesse solo. Os dados de análise química da terra coletada antes da aplicação do corretivo e antes da aplicação de fertilizante na época de plantio da soja, mostraram que houve modificações nas características químicas do solo. Verificaram-se aumentos da disponibilidade de fósforo, potássio, cálcio, magnésio e uma diminuição do teor de alumínio livre no solo. Não houve diferença nos níveis dePeK determinados nas folhas, entre os tratamentos com calagem e os que receberam calagem e adubação. Também não houve aumento significativo na produção de soja.Three experiments were conducted to study five levels of phosphorus and potassium on the yield of soybeans in recently cleared land, where dolomitic lime was applied at the rate of 2,500 kg/ha. Soil samples were taken before the application of lime and before the application of the fertilizer at the time of planting soybeans. The soil analysis data showed that with the application of lime there was an increase in soil phosphorus, potassium, calcium and magnesium, and a decrease in aluminum. The application of levels of fertilizer phosphorus and potassium increased the percentage of leaf phosphorus and potassium, but did not surpass the level of adequacy. There was no significant increase in the yield of soybeans by the application of levels of phosphorus and potassium.

  15. Ensaio de adubação da soja e do feijoeiro em solo do arenito botucatu, com vegetação de cerrado Fertilizer experiments with soybeans and dry beans in «arentto botucatu» soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shiro Miyasaka

    1964-01-01

    Full Text Available Para estudar o efeito de doses crescentes de nitrogênio, fósforo e potássio sôbre a produção da soja em solo derivado do arenito Botucatu, com vegetação de campo cerrado, foram instalados, em 1961-62, dois ensaios fatoriais em áreas vizinhas, uma das quais recebeu calcário dolomítico. Nos canteiros do último ensaio, semeou-se feijão em 1962-63, para verificar o efeito residual dos adubos aplicados na soja. As respostas ao nitrogênio e ao potássio, bem como as interações, não foram significativas. O efeito do fósforo, porém, foi significativo e linear, tanto na cultura da soja como na do feijão. Conquanto grande nas duas áreas, êsse efeito foi muito maior naquela que recebeu prévia calagem. Comparando os resultados dos dois ensaios, verificou-se que o efeito do calcário só se tornou grande na presença do fósforo. Na área com calcário a produção de soja, em média dos tratamentos que receberam 120 kg/ha de P2O5, atingiu cêrca de 1.800 kg/ha, equiparando-se às obtidas, no Estado de São Paulo, em terras consideradas férteis.In this paper are reported the results of two factorial experiments on poor soil derived from the Botucatu sandstone, to study the effects of three levels of nitrogen, phosphorus, and potassium on the yields of soybeans. The experiments were located in neighboring areas, one of which was previously limed with dolomitic lime. The plots of the latter were sown with dry beans in the following year, to study the residual effect of the fertilizers applied to the soybeans. The responses to nitrogen and potassium, as well as the interactions, were insignificant. The effect of phosphorus, however, was significant and linear with both crops. Although high in the two areas, this effect was much higher in the limed one. Comparing the results of the two experiments, it was concluded that the response to lime was negligible in absence of phosphorus but increased considerably in its presence. On the limed

  16. Variação nos atributos do solo em sistemas de manejo com adição de cama de frango

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franciele Caroline de Assis Valadão

    2011-12-01

    Full Text Available A cama de frango constitui-se em adubo orgânico com boas características agronômicas, podendo ser bom condicionador das propriedades físicas do solo. Assim, o objetivo deste trabalho foi verificar alterações nas propriedades do solo em sistemas de plantio direto com adição de cama de frango. O estudo foi feito em três camadas (0-10, 10-20 e 20-30 cm e três repetições, em Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico submetido a plantio direto contínuo nos últimos anos, com rotação principalmente de soja, milho, algodão e milheto. Os tratamentos foram: sistema com adubação mineral (S2, com adição de cama de frango crua (S3, com adição de cama de frango compostada (S4 e uma área não manejada de Cerrado nativo (S1. Os sistemas de manejo induziram em ordem crescente - S4, S2, S3 - à degradação dos atributos do solo em relação à vegetação nativa (S1, e isso foi quantificado pelos menores valores de carbono total, diâmetro e estabilidade de agregados, macroporosidade e condutividade hidráulica saturada e pelos maiores valores de densidade e resistência do solo à penetração e microporosidade. A cama de frango crua revelou-se mais vantajosa na disponibilidade de nitrogênio total e menos eficiente em garantir a qualidade física do solo. A cama de frango compostada proporcionou atributos mais semelhantes às condições naturais.

  17. PROCESSOS HIDRO-EROSIVOS EM SOLOS DEGRADADOS EM RELEVO DE BAIXA DECLIVIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo dos Santos Pereira

    2016-06-01

    Full Text Available Muitas pesquisas conferem maior peso na alta declividade do terreno como fator decisivo no processo hidro-erosivo. Porém, foi avaliado que baixas declividades (~4º já são suficientes para se iniciar o escoamento superficial. A pesquisa teve como objetivo fazer uma caracterização físico-química de solo degradado, monitorar o seu potencial matricial e o processo de formação de escoamento em uma sub-bacia do rio Maranduba - Ubatuba/SP, em encosta com baixa declividade. O trabalho se baseou na instalação de parcelas de erosão em solo sem cobertura vegetal para analisar as perdas de solo e água, bem como as propriedades físicas e químicas do solo (Porosidade, textura, densidade, pH e matéria orgânica. As parcelas se localizam na parte intermediária de um morrote com encosta retilínea, esse sofreu alteração em sua morfologia original por meio de um corte de encosta (UTM: 0474211/7395934.  O solo do local é um Latossolo que apresenta o horizonte B exposto. Cerca de 6,9 t/ha de solo foram perdidos durante o monitoramento (01 agosto 2013-20 dezembro 2014 e mais de 5.354,7 m3 de água foram escoados superficialmente. Salienta-se a fragilidade dos ambientes degradados de baixa declividade frente às altas taxas de perdas de solo e água, que, no período de 17 meses de monitoramento e com chuvas dentro da normalidade para o município, totalizaram 63 dias com ocorrências de escoamento, em solos que tendem à saturação por períodos prolongados. Portanto, o transporte das partículas de solo superficialmente está atrelado à baixa drenagem do terreno e à perda da resistência do solo, corroborando em períodos longos de umidade antecedente, sendo este um dos fatores decisivos para se iniciar o escoamento superficial.

  18. Fitodisponibilidade de metais utilizando ácidos orgânicos após sucessiva aplicação de resíduos no solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria A. G. da Silva

    2014-12-01

    Full Text Available Conduziu-se este estudo com o objetivo de avaliar a concentração de metais pesados no solo, provenientes de resíduos orgânicos, bem como a ocorrência de fitotoxicidade de metais em soja. Os metais no solo foram extraídos por ácidos orgânicos, comumente presentes na rizosfera das plantas. A soja foi cultivada sucessivamente, durante oito anos, e recebeu repetidamente, a aplicação dos resíduos de origem urbana, como lodo de esgoto biodigerido (LB e lodo de esgoto centrifugado (LC, e de origem industrial, como escória de aciaria (E e a lama cal (LCal. O experimento foi conduzido em Latossolo Vermelho distrófico (Oxisolo na UNESP, Botucatu, SP, onde recebeu os resíduos nas doses de zero (controle 2, 4, e 8 Mg ha-1, antes da semeadura da soja, de 2002 a 2010, a cada dois anos, totalizando quatro aplicações. Nas profundidades analisadas de 0 a 0,10 m e de 0,10 a 0,20 m, ficou evidente que o resíduo que mais acrescentou metais ao solo e às folhas e grãos da soja, foi o LB, aumentando a concentração de Ni, Cd, Pb e Zn, enquanto que nos tratamentos em que se aplicou a escória (E, o principal metal liberado ao solo foi o Cr. A aplicação da LCal não aumentou a concentração dos metais e a soja apresentou uma concentração de Cr, Ni e Zn acima dos limites máximos permitidos para grãos alimentícios, quando recebeu LB, principalmente na dose de 8,0 Mg ha-1.

  19. Variações qualitativas e quantitativas na microbiota do solo e na fixação biológica do nitrogênio sob diferentes manejos com soja Qualitative and quantitative changes in soil microbiota and biological nitrogen fixation under different soybean managements

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alan Alves Pereira

    2007-12-01

    Full Text Available Neste estudo foram avaliados atributos qualitativos e quantitativos da microbiota do solo, visando monitorar alterações por diferentes manejos do solo e das culturas. As avaliações foram feitas em um ensaio a campo, conduzido há 14 anos em Londrina, PR, sob plantio convencional (PC ou plantio direto (PD e com sucessão (S (soja/trigo ou rotação (R (tremoço/milho/aveia-preta/soja/trigo/soja/trigo/soja de culturas, quando todos os sistemas estavam com soja no estádio de florescimento pleno. Os incrementos no C e N da biomassa microbiana (CBM e NBM no PD foram de 114 e 157 %, respectivamente, em comparação ao PC; além disso, o quociente metabólico (qCO2 foi inferior em 37 % no PD, indicando maior eficiência metabólica da microbiota do solo. Não foram detectadas diferenças nesses atributos em função dos sistemas de rotação e sucessão de culturas. A diversidade genética da comunidade bacteriana total do solo foi superior no PD e inferior no PC com sucessão de culturas. Em relação à fixação biológica do N2, a massa, o N total e a fração de N-ureídos acumulados na parte aérea e a eficiência dos nódulos em fixar N2 foram superiores no PD. A diversidade genética dos rizóbios foi afetada, principalmente, pelo manejo das culturas, sendo superior com a rotação, provavelmente pelo maior número de espécies de plantas. Contudo, com a rotação ocorreu decréscimo na eficiência do processo de fixação biológica do N2, o que pode estar relacionado com os teores mais elevados de N no solo, ou com a menor pressão de seleção por bactérias eficientes. Desse modo, para microrganismos do solo com função específica, como os rizóbios, a diversidade genética pode ser distinta da funcionalidade.In this study, quantitative and qualitative microbiological parameters were evaluated to detect differences related to soil and crop management. The study was carried out in a field experiment installed 14 years ago on a Rhodic

  20. Resistência à penetração, eficiência de escarificadores mecânicos e produtividade da soja em Latossolo argiloso manejado sob plantio direto de longa duração

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vitor Caduro Girardello

    2014-08-01

    Full Text Available Frequentemente, a compactação limita a produtividade das culturas anuais em solos mecanizados, sendo a sua distribuição na lavoura regionalizada. Em área manejada sob sistema plantio direto (SPD por longo prazo, foi investigada a variabilidade espacial da resistência à penetração (RP, a eficiência de escarificadores mecânicos e o seu efeito na produtividade da soja. O solo foi Latossolo Vermelho argiloso localizado no planalto do RS. O clima é subtropical Cfa com precipitação pluvial anual de 1.750 mm e temperatura média anual de 18,7 ºC. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com quatro tratamentos e duas repetições. Os tratamentos foram implantados em faixas paralelas de 100 × 20 m. Os tratamentos investigados foram: escarificador sítio-específico com profundidade de atuação variada em razão da RP (ESEV; escarificador convencional (EC com profundidade fixa; escarificador sítio-específico com profundidade fixa (ESEF; e testemunha - sem escarificação (SE. Para avaliar a RP, utilizou-se um penetrômetro digital com leituras georrefenciadas em malha de 50 × 50 m realizadas manualmente em duas épocas. A produtividade da soja foi obtida por meio de uma colhedora equipada com sensor de produtividade e antena receptora de sinal de GPS. A RP apresentou valores médios de 1,4 e 2,1 MPa, para leituras realizadas após o manejo da cultura de cobertura e após a colheita, respectivamente. A RP determinada após o manejo da cultura de cobertura e a produtividade da soja apresentaram baixa correlação (r² = -0,297; p<0,05. Os valores de RP de 3,0 e 5,0 MPa resultaram em decréscimos de aproximadamente 10 e 38 % na produtividade da soja, respectivamente. A escarificação mecânica, independentemente do equipamento utilizado, não incrementou a produtividade da soja em relação à testemunha. Esse resultado foi atribuído à RP da área a ser classificada, quando da instalação dos tratamentos, como baixa

  1. Disponibilidade de nutrientes e teor de matéria orgânica em função de sistemas de cultivo e de manejo de solo Nutrient availability and organic matter content as affected by cropping systems and soil management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Pereira dos Santos

    2003-06-01

    Full Text Available Sistemas de cultivo e de manejo de solo podem alterar as propriedades químicas do solo. Após oito anos (1985 a 1993, a fertilidade do solo foi avaliada, num Latossolo Vermelho Distrófico típico, em Passo Fundo, RS, em quatro sistemas de manejo do solo: 1 semeadura direta (SD; 2 cultivo mínimo (CM; 3 preparo convencional do solo com arado e grade de discos (PCD; e 4 preparo convencional do solo com arado de aivecas e grade de discos (PCA, e em três sistemas de cultivo: sistema I (trigo/soja, sistema II (trigo/soja e ervilhaca/milho e sistema III (trigo/soja, ervilhaca/milho e aveia branca/soja. O delineamento experimental foi em blocos completos ao acaso, com parcelas subdivididas, e três repetições. A parcela principal (4 x 90m foi constituída pelos sistemas de manejo do solo e a subparcelas (4 x 10m, pelos sistemas de cultivo. Os valores de pH, Al, Ca + Mg trocáveis, matéria orgânica (MO, P extraível e K disponível diferiram entre os sistemas de manejo e de cultivo do solo. Os teores de MO, P e K, na camada 0-5cm, foram mais elevados nos sistemas conservacionistas (CM e SD em relação àqueles observados nos preparos convencionais do solo (PCD e PCA. Os valores de MO, P e K foram mais elevados na camada 0-5 cm, quando comparada com a observada de 15 a 20cm de profundidade, em todos os sistemas de manejo e cultivo do solo.Cropping systems and soil managment can change soil chemical properties. Soil fertility characteriscs were assessed after eight years (1985 to 1993 on a typical dystrophic red latosol located in Passo Fundo, State of Rio Grande do Sul, Brazil. Four soil management systems - 1 no-tillage, 2 minimum tillage, 3 conventional tillage using a disk plow plus disk harrow, and 4 conventional tillage using a moldboard plow plus disk harrow - and three cropping systems [I (wheat/soybean, II (wheat/soybean and common vetch/corn, and III (wheat/soybean, common vetch/corn and white oat/soybean] were evaluated. A randomized

  2. Soja integral processada em dietas para codornas japonesas em postura Processed whole soybean in diets for laying Japanese quails

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Luiz de Toledo Barreto

    2010-09-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar o desempenho de codornas japonesas na fase de postura alimentadas com dietas contendo soja integral processada. Utilizaram-se 320 codornas japonesas fêmeas com 29 semanas de idade e peso inicial de 186,1 ± 4,0 g, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, com oito repetições, cada uma com dez aves por unidade experimental. As dietas foram isocalóricas e isonutritivas para proteína bruta, lisina digestível, metionina + cistina digestível, cálcio, fósforo disponível e sódio. Assim, foram avaliadas uma dieta controle, à base de milho e farelo de soja, e outras três, com substituição parcial do farelo de soja por soja integral tostada, extrusada ou micronizada, de modo que a soja integral forneceu 50% da proteína bruta proporcionada pelo farelo de soja na dieta controle. Não foram observadas diferenças na produção e na massa de ovos, na conversão alimentar, na viabilidade das aves, na porcentagem de ovos comercializáveis, no peso específico dos ovos, na porcentagem de gema e de albúmen nem na porcentagem de casca dos ovos. A substituição de farelo de soja por soja integral tostada ocasionou redução no consumo de ração. Não foram observadas diferenças nos parâmetros estudados quando o farelo de soja foi substituído por soja integral extrusada. A substituição de farelo de soja por soja integral micronizada reduziu a variação de peso corporal das codornas, resultando em perda de peso das aves. O farelo de soja pode ser substituído, em 50% da proteína, por soja integral tostada ou extrusada em dietas para codornas japonesas em postura. Entretanto, a substituição do farelo de soja por soja integral micronizada, em 50% da proteína, é desaconselhável, pois piora o desempenho, ocasionando principalmente perda de peso das aves.This work aimed at evaluating the performance of Japanese quails fed diets with processed whole soybean during the laying phase. It was used 320 Japanese

  3. Atributos do Solo e Acúmulo de Carbono na Integração Lavoura-Pecuária em Sistema Plantio Direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nídia Raquel Costa

    2015-06-01

    Full Text Available Em sistemas de produção como a integração lavoura-pecuária (ILP em sistema plantio direto (SPD têm sido observadas melhorias nos atributos químicos, físicos e biológicos do solo. Sendo assim, objetivou-se avaliar as alterações nos atributos químicos e físicos do solo e o acúmulo de carbono (C num Latossolo Vermelho distrófico típico argiloso utilizado em sistema de ILP em SPD com irrigação, no Cerrado. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram dispostos em parcelas subdivididas no tempo, e as parcelas experimentais foram compostas pelas culturas do milho e do sorgo forrageiro cultivadas exclusivamente ou consorciadas com as espécies forrageiras Urochloa brizantha cv. Xaraés e Megathyrsus maximum cv. Tanzânia para ensilagem; pelas espécies forrageiras no período de entressafra; e pela cultura da soja em sucessão. Foram realizadas durante a condução dos experimentos, além da análise com a caracterização inicial do solo, cinco avaliações (épocas dos atributos químicos e físicos do solo ao final de cada ciclo produtivo durante os anos agrícolas 2010/2011, 2011/2012 e 2012/2013. Os sistemas de produção na ILP em SPD, mesmo com alta exportação de nutrientes e tráfego de máquinas, foram eficientes para manutenção e melhoria da fertilidade e dos estoques de C do solo. Ao longo de três anos, os sistemas de ILP promoveram redução da compactação do solo pelo efeito positivo de incremento da macroporosidade e porosidade total e diminuição da resistência mecânica à penetração e densidade do solo, nas camadas de 0-0,10 e 0,10-0,20 m.

  4. Alterações isoenzimáticas em sementes de cultivares de soja em diferentes condições de armazenamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everson Reis Carvalho

    2014-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar alterações fisiológicas e isoenzimáticas em sementes de genótipos de soja, em diferentes condições de armazenamento. Utilizou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado com quatro repetições, em arranjo fatorial com seis cultivares de soja (TMG 1176, TMG 1179, TMG 132, TMG 133, TMG 115 e GB 874 e cinco periodos de armazenamento (0, 2, 4, 6 e 8 meses, em dois ambientes de armazenamento (câmara fria e seca, a 10ºC e 50% de umidade relativa; e armazém convencional, em condições não controladas. A qualidade fisiológica foi avaliada por meio de testes de germinação, de envelhecimento acelerado e de frio. As expressões isoenzimáticas determinadas foram as de malato desidrogenase (MDH, álcool desidrogenase (ADH, esterase (EST, isocitrato liase (ICL, superóxido dismutase (SOD e peroxidase (PO. Sementes de soja armazenadas em câmara fria e seca conservaram sua qualidade fisiológica. Após seis meses de armazenamento, em condições não controladas, a qualidade das sementes e as atividades isoenzimáticas de MDH, ADH, EST, ICL, SOD e PO diminuíram. No armazenamento em câmara fria e seca, não ocorreu alteração nas sementes. Os genótipos de soja apresentam diferentes níveis de tolerância ao armazenamento e expressões isoenzimáticas.

  5. Acúmulo de matéria seca e nutrientes em soja, como variável do potencial produtivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Hissao Kurihara

    2013-10-01

    Full Text Available O critério atualmente adotado para a indicação de adubação da soja, embasado no estabelecimento de níveis críticos, tem permitido a obtenção de produtividades médias em torno de 3.600 kg ha-1. Contudo, para a obtenção de produtividades mais elevadas e econômicas, sem prejuízos ao equilíbrio ambiental, deve-se visar à definição de modelos quantitativos que permitam estimar a demanda por nutrientes, em função do potencial de produção almejado. Modelos desta natureza vêm sendo estabelecidos no Departamento de Solos da Universidade Federal de Viçosa, para o desenvolvimento de sistemas de recomendação de corretivos e fertilizantes, denominados genericamente de FERTCALC® e NUTRICALC®. A partir de um banco de dados, formado pelo monitoramento nutricional de lavouras comerciais em Mato Grosso do Sul, foram estabelecidos modelos matemáticos para a estimativa da demanda nutricional, em função da produtividade e do acúmulo de nutrientes no terceiro trifólio com pecíolo, ou, então, do coeficiente de utilização biológica (CUB. Demonstrou-se que, para uma dada produtividade, o produto da matéria seca da folha índice com os teores de nutrientes, considerados como suficientes para a cultura, resulta no conteúdo nutricional desta, que, por sua vez, apresenta relação com o conteúdo nutricional no caule, folhas, vagens e nos grãos. A quantidade de nutrientes imobilizada na planta de soja também pode ser calculada a partir do quociente entre a produção de grãos e de matéria seca de parte aérea e os valores de CUB estabelecidos. Os métodos propostos permitem estimativa de valores próximos da demanda nutricional pela soja.

  6. A SOLUÇÃO DO SOLO DE UM LATOSSOLO VERMELHO DISTRÓFICO SUBMETIDO A TRÊS TIPOS DE MANEJO DE SOLO E DE CULTURAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Tulio Spera

    2014-06-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi avaliar a interação destes fatores nos atributos químicos da solução de solo de duas camadas de solo situadas entre 0 a 20 cm. O experimento foi conduzido em Passo Fundo, RS, em um Latossolo Vermelho distrófico, após mais de duas décadas de cultivo, sem aplicação de calcário. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, em esquema de subparcelas. Os tratamentos foram: plantio direto (PD, cultivo mínimo com escarificador (PM e preparo convencional com arado e grade (PC. Estes foram combinados com as rotações de culturas: trigo/soja (R1; trigo/soja-ervilhaca/sorgo (R2 e trigo/soja-ervilhaca/sorgo-aveia branca/soja (R3, para avaliar o efeito da interação dessas rotações com o tipo de manejo de solo nos atributos químicos da solução do solo, nas camadas de 0 a 6,7 cm e de 6,8 a 20 cm. Não houve correlações entre os atributos de solo avaliados, em ambas as camadas, mesmo havendo diferenças de níveis de restrição físicas e químicas entre as camadas. Os atributos químicos da solução do solo não foram influenciados pela interação dos fatores estudados, sendo pouco influenciados pela rotação de culturas. O plantio direto propiciou maiores valores de carbono orgânico dissolvido e menor teor e atividade de Al na solução do solo, que pode amenizar a toxidez de Al. Palavra-chave: nutrientes; plantio direto, preparo convencional, química do solo. THE SOIL SOLUTION OF A TYPIC HAPLUSTOX UNDER THREE SOIL MANAGEMENTS AND CROP ROTATIONS ABSTRACT The goal of this work was to evaluate the interaction of these two factors in grain production of crops (harvest 2007, and chemical attributes of the soil solution of two soil layers situated among 0 to 20 cm. The experiment was conducted in Passo Fundo, RS, in a Typic Haplustox, after more than two decades of cropping without limestone application. The experimental design was randomized block, in subplots scheme. The treatments were: no

  7. Lodo de esgoto em atributos biológicos do solo e na nodulação e produção de soja Sewage sludge effects on soil biological parameters and on soybean nodulation and yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Albuquerque de Souza

    2009-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da aplicação do lodo produzido pela Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb na nodulação e rendimento de grãos da soja e em atributos biológicos de um Latossolo Vermelho de Cerrado. O experimento foi conduzido por dois anos consecutivos em um delineamento experimental de blocos ao acaso com três repetições e nove tratamentos - um controle, quatro doses de lodo de esgoto e quatro doses de fertilizante mineral - aplicados apenas no primeiro ano de cultivo. Foram avaliados: a nodulação e a produtividade da soja, o carbono da biomassa microbiana, o carbono prontamente mineralizável e a atividade das enzimas beta-glicosidase, fosfatase ácida e arilsulfatase no solo. Nos dois anos agrícolas, o rendimento de grãos da soja foi inferior ao do tratamento com o fertilizante mineral somente na dose de 1,5 Mg ha-1 de lodo de esgoto. A aplicação do lodo de esgoto no primeiro ano de cultivo não afetou a nodulação da soja, e a aplicação de até 6 Mg ha-1 não apresentou efeito sobre o carbono da biomassa microbiana, o carbono prontamente mineralizável e a atividade das enzimas beta-glicosidase, arilsulfatase e fosfatase ácida do solo no período de dois anos.The objective of this study was to evaluate the effects of applying sewage sludge produced by the Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb on the nodulation and yield of soybean and on the biological parameters of a Cerrado Oxisol. The experiment was done for two consecutive years in a completely randomized block design with three replicates and nine treatments - one control, four dosages of sewage sludge and four dosages of mineral fertilizer - applied only in the first year of the experiment. Soybean nodulation, grain yield, soil microbial biomass carbon, readily mineralizable carbon and activity of the beta-glucosidase, acid phosphatase and arylsulphatase enzymes were evaluated. In both years

  8. Efeito da calagem na produção de arroz, feijão, milho e soja em solo de cerrado Effect of liming on upland rice, common bean, corn, and soybean production in cerrado soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nand Kumar Fageria

    2001-11-01

    Full Text Available A calagem é reconhecida como prática eficiente na produção das culturas nos solos ácidos dos cerrados, mas poucos são os dados de pesquisa no uso de calagem em sistema de rotação das culturas anuais. Este trabalho foi conduzido no campo durante quatro anos consecutivos (1995/96 a 1998/1999, com o objetivo de determinar os níveis adequados de calcário na produção de arroz (Oryza sativa L. de terras altas, feijão (Phaseolus vulgaris L., milho (Zea mays L. e soja (Glycine max [L.] Merr. cultivados em sucessão em um Latossolo Vermelho-Escuro distrófico de cerrado. Os tratamentos, dispostos em blocos completos ao acaso com três repetições, constaram de 0, 4, 8, 12, 16 e 20 t ha-1 de calcário. As produções de feijão, milho e soja aumentaram significativamente com a aplicação de calcário, mas não houve resposta do arroz à sua aplicação. Um rendimento equivalente a 90% da produção máxima, considerado o nível econômico, foi obtido com a aplicação de 5, 8 e 9 t ha-1 de calcário no feijão, milho e soja, respectivamente. A aplicação de calcário aumentou significativamente o pH, os teores de Ca e Mg trocáveis, a relação Ca/K, Ca/Mg, a saturação por Ca e a saturação por Mg nas profundidades de 0-20 e 20-40 cm no solo.Liming is one of the most efficient cultural practice to improve crop yields in acid soils, but there are a few data about liming in rotation system of annual crops. A field experiment was conducted for four consecutive years with the objective to determine adequate level of lime for upland rice (Oryza sativa L., common bean (Phaseolus vulgaris L., corn (Zea mays L., and soybean (Glycine max [L.] Merr. grown in rotation on a Dark-Red Latosol. Treatments arranged in a complete block design, with three replications, were the following lime rates: 0, 4, 8, 12, 16, and 20 ton ha-1. Grain yields of common bean, corn, and soybean were significantly increased with liming. However, upland rice yield was not

  9. Resposta da soja e do eucalipto ao aumento da densidade do solo e a doses de fósforo Soybean and eucalyptus response to increased soil density and phosphorus doses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Aurélio Vitorino Ribeiro

    2010-08-01

    Full Text Available O uso agrícola e o manejo de solos de Cerrado frequentemente causam sua compactação, reduzindo sua porosidade e disponibilidade de água e nutrientes, com efeito negativo sobre o crescimento e o desenvolvimento das culturas. O presente trabalho teve por objetivo avaliar os efeitos da densidade do solo e de doses de P no crescimento da soja e do eucalipto em solos com diferentes texturas: um Latossolo Vermelho (LV muito argiloso e outro Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA textura média. Em vasos plásticos de 1,8 L, com 1,6 dm³ de solo, foram testadas, para o LV, as densidades de 0,90, 1,10 e 1,30 kg dm-3 e as doses de 0, 100, 200, 400 e 800 mg dm-3 de P, e para o LVA, as densidades de 1,30, 1,50 e 1,70 kg dm-3 e as doses de 0, 75, 150, 300 e 600 mg dm-3 de P. As plantas de soja e de eucalipto foram colhidas 40 e 80 dias após a semeadura, respectivamente. Foram avaliadas: matéria seca da parte aérea (MSPA e de raízes (MSR, acúmulo de P na MSPA (P-PA e MSR (P-R, nas duas espécies, e altura do eucalipto. Os resultados mostraram que o aumento da densidade do solo influenciou negativamente no crescimento da soja e do eucalipto, especialmente no solo LV e nas maiores doses de P; a resposta das plantas às doses de P aplicadas foi menor com o aumento da densidade do solo; e o aumento da densidade foi mais prejudicial ao crescimento do eucalipto - espécie mais eficiente na recuperação do P aplicado aos solos. De modo geral, o efeito negativo do aumento da densidade dos solos sobre a produção de MSPA das espécies, nas doses menores de P, é compensado quando as maiores doses de P são aplicadas.Agriculture and soil management in the Cerrado can cause soil compaction, resulting in decreased porosity and water and nutrient availability, with a negative impact on plant growth and development. The objective of this study was to evaluate the effect of soil density and phosphorus doses (P on soybean and eucalyptus grown in two Cerrado oxisols with

  10. Alterações químicas em solos ácidos após a aplicação de resíduos vegetais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. C. Franchini

    1999-09-01

    Full Text Available O conhecimento do comportamento químico de solos ácidos durante a decomposição de resíduos vegetais tem grande importância no manejo destes solos. Em Londrina, foi avaliado, durante os anos de 1995 e 1996, o efeito da incubação (0, 15, 30, 60 e 90 dias de resíduos de nabo, soja e trigo (doses de 2 e 4% finamente moídos com amostras do horizonte Bw de três unidades de solo (Latossolo Vermelho-Amarelo, Latossolo Roxo e Latossolo Vermelho-Escuro sobre o pH, carbono orgânico dissolvido (COD e Al, Ca, Mg e K trocáveis e solúveis. Nos resíduos vegetais, foram determinados o COD e Ca, Mg e K totais e solúveis. Imediatamente após a aplicação dos resíduos vegetais (tempo zero, ocorreram aumentos no pH, no Ca, Mg e K trocáveis e solúveis, no Al solúvel e no COD e redução no Al trocável. A intensidade dessas alterações foi relacionada com o COD e Ca, Mg e K solúveis nos diferentes resíduos, na seguinte ordem: nabo > soja > trigo. Durante a incubação, o COD na solução do solo foi rapidamente diminuído. A redução do COD com o tempo de incubação não alterou o K, mas reduziu drasticamente o Al, Ca e Mg na solução do solo, demonstrando a importância do COD na manutenção de cátions polivalentes em solução por meio do mecanismo de complexação orgânica. A especiação química demonstrou que acima de 90% do Al total em solução estava na forma orgânica. A composição orgânica e inorgânica da fração hidrossolúvel de resíduos vegetais demonstrou ser a principal responsável pelas alterações químicas observadas nas amostras de solos ácidos.

  11. Resposta de arroz de terras altas, feijão, milho e soja à saturação por base em solo de cerrado Response of upland rice, dry bean, corn and soybean to base saturation in cerrado soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nand K. Fageria

    2001-12-01

    Full Text Available Foi conduzido um experimento de campo, quatro anos consecutivos (1995/96 a 1998/99 para avaliar a resposta das culturas de arroz de terras altas, feijão, milho e soja à saturação por base em Latossolo Vermelho-Escuro distrófico (LEd (Oxissolo cultivados em sistema de sucessão. Os valores de saturação por base criados pela aplicação de calcário, foram: 40, 44, 51, 53, 56 e 66%. Ocorreu aumento significativo na produção de grãos de feijão, milho e soja com a saturação por base; entretanto, a produção de arroz não foi influenciada significativamente pelos tratamentos. Mas, com base de equação de regressão, as saturações por base adequadas para a produção dos três, foram estabelecidas em 53, 60 e 63% respectivamente, e, para a cultura de arroz, o nível adequado de saturação por base encontrado foi de 40%. A acumulação de nutrientes na parte aérea e nos grãos foi influenciada significativamente pelos tratamentos e pela idade da planta nas quatro culturas estudadas. Os níveis adequados das propriedades químicas do solo, como pH, teor de Ca, teor de Mg, relações Ca/Mg, Ca/K, Mg/K, saturações por Ca, Mg e K, foram estabelecidos para as culturas de arroz, feijão, milho e soja, cultivados em solo de cerrado.A field experiments was conducted during four consecutive years (1995/96 to 1998/99 to evaluate responses of upland rice, dry bean, corn, and soybean grown in sequence to base saturation on a Dark Red Latosol (Oxisol. Mean base saturation levels determined after harvest of each crop were: 40, 44, 51, 53, 56, and 66%. Grain yield of dry bean, corn, and soybean were significantly affected with base saturation. Upland rice yield, however, was not influenced with base saturation treatments. Based on the quadratic response, optimum base saturation for maximum grain yield of dry bean was 53%, for corn 60% and for soybean 63%. For upland rice the base saturation under no lime treatment was 40%, which is considered

  12. Qualidade física de um Latossolo Vermelho cultivado com soja submetido a níveis de compactação e de irrigação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Regina de Oliveira

    2012-04-01

    Full Text Available Manter uma boa qualidade física do solo é importante para preservar o meio ambiente, além de maximizar a produtividade das plantas. Um solo compactado poderá interferir na densidade, na porosidade e na resistência do solo à penetração, influenciando no crescimento radicular. A presente pesquisa objetivou avaliar a qualidade física de um Latossolo Vermelho eutroférrico, textura argilosa, com a cultivar de soja CAC-1, submetido a quatro níveis de compactação e três níveis de irrigação, utilizando os atributos físicos do solo, assim como a correlação do sistema radicular com a produtividade da cultura. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com parcelas subdivididas, com quatro repetições. Os níveis de compactação foram: C0 = 0, C2 = 2, C4 = 4 e C6 = 6 passadas, no mesmo local, de um trator de 11 t. Foram coletadas amostras indeformadas de solo nas entrelinhas da cultura da soja, para determinação dos atributos físicos, nas camadas de 0-0,10 e 0,10-0,20 m. A produtividade máxima da soja foi obtida com a resistência do solo à penetração de 0,71 MPa. O sistema radicular correlacionou-se inversamente com a produtividade da soja.

  13. Casca de soja em dietas para ovinos Soybean hulls in sheep diets

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Walter dos Santos

    2008-11-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a utilização de quatro níveis de casca de soja (0; 8,0; 16,0 ou 24,0% em substituição ao fubá de milho (0, 25, 50 e 75% em dietas para ovinos em confinamento. Avaliaram-se o consumo e a digestibilidade dos nutrientes, o desempenho animal, a conversão alimentar e os custos com a dieta. Vinte cordeiros da raça Santa Inês com peso vivo médio inicial de 32,96 kg foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e cinco repetições. A dieta foi composta de 50% de volumoso (50% de silagem de milho e 50% de cana-de-açúcar picada e 50% de concentrado. Os concentrados foram compostos de fubá de milho, farelo de soja, mistura mineral e uréia, de modo que o fubá de milho foi gradativamente substituído pela casca de soja. Os animais foram mantidos em baias individuais com comedouro e bebedouro. Não foram observados efeitos dos níveis de casca de soja da dieta sobre o consumo de nutrientes, exceto o de FDN, que aumentou linearmente de acordo com o nível de casca de soja na dieta. Os níveis de casca de soja não influenciaram a digestibilidade dos nutrientes, o ganho de peso (0,215 kg/animal/dia e a conversão alimentar dos animais (6,20 kg MS/kg peso ganho. O aumento do nível de casca de soja de 0 e 75% na dieta reduziu os gastos com alimentação e aumentou a margem bruta de R$ 10,89 para R$ 18,63 por animal. A substituição de até 75% do fubá de milho por casca de soja na dieta não afeta o desempenho de ovinos em terminação em confinamento.The objective was to evaluate the use of four levels of soybean hulls (0.0, 8.0, 16.0 and 24.0% to replace the corn meal (0.0, 25, 50 and 75% in the diet of sheep in feedlot. Performance, nutrient digestibilities and feeding costs were evaluated. Twenty Santa Inez breed lambs with 32.96 kg BW were distributed to a completely randomized design with four diets and five replications. The diet was composed of 50% forage (50% of corn silage and

  14. Avaliação da disponibilidade de manganês e ferro em solos pelo uso do método modificado da resina de troca iônica Evaluation of manganese and iron availability in soils by a modified ion exchange resin method

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. A. Abreu

    2004-06-01

    Full Text Available A avaliação do método modificado da resina de troca de íons para extração de Mn e Fe dos solos foi o objetivo desta pesquisa. Foram utilizadas 44 amostras de solo, cujos teores de Mn variaram de baixos a altos e de Fe de médios a altos. Como plantas-teste, utilizaram-se o milho e a soja, cultivadas em casa de vegetação. O Fe e o Mn do solo foram determinados, usando o método modificado da resina de troca de íons, DTPA, AB-DTPA, Mehlich-1 e Mehlich-3. Os coeficientes de correlação entre Mn no solo e Mn acumulado na parte aérea da soja foram: resina (0,62*, DTPA (0,58*, Mehlich-3 (0,54*, Mehlich-1 (0,51* e AB-DTPA (0,26NS. Para o milho, houve correlação entre Mn-solo e Mn-planta somente nas amostras de solo com baixos teores desse elemento, para todos os extratores, exceto para AB-DTPA. Concluiu-se que a resina foi tão eficiente quanto os extratores DTPA, M-1 e M-3 em avaliar a disponibilidade de Mn para a soja, e que nenhum extrator foi eficiente em avaliar a disponibilidade de Fe para as plantas de milho e soja, com 53 dias de idade, cultivadas em casa de vegetação.The objective of this research was to evaluate a modified ion exchange resin method for Mn and Fe extraction from soils. Forty-four soil samples presenting low, medium, and high Mn and medium to high Fe concentrations were used. Maize and soybeans plants were grown as test plants in a pot experiment in a greenhouse. Soil samples were analyzed for Mn and Fe using the modified ion exchange resin, DTPA, AB-DTPA, Mehlich-1, and Mehlich-3 methods. The correlation coefficients between soil Mn and Mn accumulated in the soybean shoot were: ion exchange resin (0.62*, DTPA (0.57*, Mehlich-3 (0.54*, Mehlich-1 (0.51*, and AB-DTPA (0.26. For maize, significant correlation coefficients between soil Mn and plant-Mn were obtained only when low-initial Mn soil samples were considered for all extractants, except for AB-DTPA. For soybeans, the modified ion exchange resin method was as

  15. Calagem na superfície em sistema plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. F. Caires

    2000-03-01

    Full Text Available Existem informações conflitantes a respeito da eficiência da aplicação superficial de calcário em sistema plantio direto, particularmente na correção da acidez do subsolo, e de critérios de recomendação de calagem para tal sistema de cultivo. Com o objetivo de avaliar a correção da acidez do solo e a produção de grãos de culturas em rotação no sistema plantio direto, considerando a aplicação de calcário na superfície, foi realizado um experimento em um Latossolo Vermelho-Escuro distrófico textura média, em Ponta Grossa (PR, no período de 1993 a 1998. Os tratamentos, dispostos em blocos completos ao acaso com três repetições, constaram de quatro doses de calcário dolomítico: 0, 2, 4 e 6 t ha-1, calculadas para elevar a saturação por bases do solo a 50, 70 e 90%. O calcário foi aplicado em julho de 1993, a lanço, na superfície do solo. Foram cultivados, na seqüência, soja (1993/94, milho (1994/95, soja (1995/96, trigo (1996, soja (1996/97, triticale (1997 e soja (1997/98. A aplicação de calcário na superfície aumentou significativamente o pH, os teores de Ca + Mg trocáveis e a saturação por bases e reduziu significativamente os teores de H + Al do solo, até a profundidade de 60 cm. Estimou-se que a máxima eficiência técnica (MET e a econômica (MEE ocorreriam, respectivamente, com as doses de 3,8 e 3,3 t ha-1 de calcário. A dose de calcário para MEE foi a indicada pelo método da elevação da saturação por bases do solo a 65%, para amostra coletada na profundidade de 0-20 cm, mostrando ser este critério adequado para recomendação de calagem na superfície em sistema plantio direto. Todavia, a calagem na superfície deve ser recomendada somente para solo com pH (CaCl2 inferior a 5,6 ou saturação por bases inferior a 65%, na camada de 0-5 cm.

  16. Soybean production and carpogenic germination of Sclerotinia sclerotiorum under different cover cropsProdução de soja e germinação carpogênica de Sclerotinia sclerotiorum sob diferentes coberturas de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Reis Venturoso

    2013-05-01

    Full Text Available The aim of this work was to evaluate the influence of different soil cover crops on the carpogenic germination of Sclerotinia sclerotiorum and the development and yield of soybean. The treatments consisted of mulches of brachiaria, canola, safflower, crambe, sunflower and forage radish mulch, and a control with no cover mulch. The crops were sown in pots containing 4.4 dm³ of soil type Rhodic Acrustox. After 45 days the plant material was cut into pieces in order to standardize the amount of straw to 2800 kg ha-1. Soybean seeds were sown and seven days after seedling emergence two sclerotia were allocated in each pot. With regard to carpogenic germination, we analyzed the time to germination of sclerotia and formation of apothecia, number of stipes and apothecia per sclerotia and the percentage apothecia formed. In the soybean crop was determined plant height at flowering and harvest, relative chlorophyll index, dry matter mass and root, number of pods per plant, number of seeds per pod, grain yield, number of nodules per plant and dry mass of nodules. With the exception of safflower mulch, the use of cover crops reduced the formation of stipes and apothecia of S. sclerotiorum. The covers with brachiaria, sunflower and forage radish mulch increased by 16, 10 and 6 days respectively the overall period of apothecium formation, but only brachiaria reduced the percentage of apothecia formed. The sunflower mulch hindered soybean development and yield. O trabalho teve por objetivo avaliar a influência de diferentes coberturas vegetais de solo sobre a germinação carpogênica de Sclerotinia sclerotiorum e sobre o desenvolvimento e rendimento da cultura da soja. Os tratamentos constaram da palhada de braquiária, canola, cártamo, crambe, girassol e nabo forrageiro, mais um controle sem cobertura. As culturas de cobertura foram semeadas em vasos contendo 4,4 dm³ de solo do tipo Latossolo Vermelho Distroférrico. Após 45 dias o material vegetal foi

  17. SOYBEAN YIELD AND MECHANICAL RESISTANCE TO SOIL PENETRATION UNDER NO-TILLAGE IN THE BRAZILIAN SAVANNAH PRODUTIVIDADE DA SOJA E RESISTÊNCIA MECÂNICA À PENETRAÇÃO DO SOLO SOB SISTEMA PLANTIO DIRETO NO CERRADO BRASILEIRO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Teodora de Assis

    2011-01-01

    ="font-family: Verdana, sans-serif;">A resistência mecânica à penetração do solo pode influenciar, negativamente, o crescimento radicular da soja, afetando, sobremaneira, sua produtividade. No ano agrícola 2008/2009, no município de Selvíria (MS, no Cerrado brasileiro, foi analisada a produtividade da soja, em função da resistência mecânica à penetração de um Latossolo Vermelho distroférrico, no sistema de semeadura direta. O objetivo foi selecionar, entre os atributos pesquisados do solo, aquele com a melhor correlação, linear e espacial, para explicar a variabilidade da produtividade da soja. Foi instalada uma malha geoestatística, para a coleta de dados do solo e da planta, com 120 pontos amostrais, em área de 8,34 ha e declive homogêneo de 0,055 m m-1. Dessa forma, visando-se a auxiliar futuros trabalhos voltados à agricultura de precisão, os quais venham a utilizar os mesmos atributos do presente estudo, os valores dos alcances da dependência espacial a serem empregados deverão estar compreendidos entre 38,1 m e 114,7 m. Do ponto de vista linear, a resistência mecânica à penetração do solo, quando avaliada na camada 0,10-0,20 m, apresentou boa correlação exponencial inversa com a produtividade de grãos de soja. Entretanto, do ponto de vista espacial, o número de vagens por planta apresentou-se como bom indicador da produtividade de grãos de soja.

    PALAVRAS-CHAVE: <em>Glycineem> <em>

  18. Biodiversidade do solo em ecossistemas brasileiros

    NARCIS (Netherlands)

    Moreira, F.M.S.; Siqueira, J.O.; Brussaard, L.

    2008-01-01

    Biodiversidade do Solo em Ecossistemas Brasileiros R,00 O solo é considerado o ecossistema mais complexo e dinâmico do planeta, cuja heterogeneidade de habitats, que varia na escala de nanômetros até quilômetros, abriga enorme biodiversidade que desempenha papel essencial para a continuida¬de dos

  19. Resíduos culturais e resultado de análise de solo coletado com diferentes amostradores no sistema de plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Escosteguy Pedro Alexandre Varella

    2005-01-01

    Full Text Available Uma das características do sistema de plantio direto é o acúmulo de resíduos culturais na superfície do solo. Embora as recomendações técnicas preconizem a remoção desses resíduos antes da amostragem de solo, isso não ocorre quando a amostragem é efetuada utilizando o quadriciclo. Os resíduos culturais também podem ser misturados com a amostra de solo quando esse é amostrado com o trado manual e esses resíduos não são removidos da superfície do solo. Neste trabalho, estudou-se a influência dos resíduos culturais da superfície do solo nos resultados da análise de solo sob plantio direto. Amostraram-se solos com e sem a remoção de resíduos culturais da superfície. Esses procedimentos foram testados em solos contendo baixo e alto teor de argila, amostrados com o trado calador e o quadriciclo, após o cultivo de soja e milho. A influência dos resíduos culturais no resultado da análise de solo foi, em geral, pouco expressiva, variando com o tipo de amostrador, de resíduo e teor de argila do solo. Nas amostras coletadas com o quadriciclo, foi possível detectar diferenças no teor de matéria orgânica (MO em função dos procedimentos de amostragem testados, entretanto, isso não ocorreu nas amostras coletadas com o calador. Na presença dos resíduos culturais, o teor de MO aumentou em 4g kg-1 (solo com baixo teor de argila e cultivado com soja e em 5g kg-1 (solo com alto teor de argila e cultivado com milho. Com exceção dos teores de MO, a presença dos resíduos culturais não interferiu na interpretação dos outros atributos analisados.

  20. Water erosion in no-tillage monoculture and intercropped systems along contour lines Erosão hídrica em solo não preparado cultivado em contorno com uso de sistemas de cultivo solteiro e em consórcio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ildegardis Bertol

    2013-04-01

    Full Text Available Water erosion is the major cause of soil and water losses and the main factor of degradation of agricultural areas. The objective of this work was to quantify pluvial water erosion from an untilled soil with crop rows along the contour, in 2009 and 2010, on a Humic Dystrupept, with the following treatments: a maize monoculture; b soybean monoculture; c common bean monoculture; d intercropped maize and bean, exposed to four simulated rainfall tests of on hour at controlled intensity (64 mm h-1. The first test was applied 18 days after sowing and the others; 39, 75 and 120 days after the first test. The crop type influenced soil loss through water erosion in the simulated rainfall tests 3 and 4; soybean was most effective in erosion control in test 3, however, in test 4, maize was more effective. Water loss was influenced by the crop type in test 3 only, where maize and soybean were equally effective, with less runoff than from the other crops. The soil loss rate varied during the runoff sampling period in different ways, demonstrating a positive linear relationship between soil and water loss, in the different rainfall tests.A erosão hídrica é a principal causa das perdas de solo e água, assim como de degradação das áreas agrícolas. O objetivo deste trabalho foi quantificar a erosão hídrica pluvial em uma área sem preparo prévio do solo, cultivada em contorno, em 2009 e 2010, sobre um Cambissolo Húmico, com os seguintes tratamentos: milho solteiro, soja solteira, feijão solteiro e milho e feijão consorciados, submetidos a quatro testes de chuva simulada com intensidade constante de 64 mm h-1 e duração de 1 h. O primeiro teste foi aplicado 18 dias após a semeadura das culturas e, os demais, 39, 75 e 120 dias, após o primeiro. O tipo de cultura influenciou a erosão hídrica nos testes 3 e 4 de chuva simulada; a soja foi mais eficaz no teste 3, enquanto, no teste 4, o milho foi mais eficiente no controle da erosão. As perdas de

  1. Viabilidade de armazenamento de sementes de soja inoculadas com Sclerotinia sclerotiorum em meio com restrição hídrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Grazieli Frotas dos Reis

    2014-06-01

    Full Text Available O trabalho objetivou avaliar o efeito da restrição hídrica, em meio de cultura agarizado, sobre a germinação de sementes de soja inoculadas com Sclerotinia sclerotiorum nos potenciais osmóticos de 0, -0,3, -0,6 e -0,9 MPa promovido pelo uso dos solutos manitol, MgCl e NaCl, em diferentes tempos de exposição das sementes ao patógeno (6, 12, 18, 24 e 30 horas e a possibilidade de armazenamento das sementes inoculadas. Avaliaram-se o crescimento micelial de S. sclerotiorum nos meios modificados osmoticamente, a germinação das sementes submetidas à inoculação e, após o armazenamento das sementes inoculadas, a emergência em solo e transmissão do patógeno. Pelos resultados obtidos a adição de manitol ao meio de cultura BDA, nos potenciais osmóticos -0,3, -0,6 e -0,9 MPa, e de NaCl, -0,3 e -0,6 MPa, não restringe o crescimento micelial de S. sclerotiorum; os solutos utilizados até o potencial osmótico -0,9 MPa não interferiram na germinação de sementes de soja. Níveis de infecção satisfatórios foram obtidos com 24 horas de incubação em meio de cultura com restrição hídrica. Tanto a viabilidade das sementes como a do patógeno são mantidas após o armazenamento das sementes inoculadas em meio com restrição hídrica.

  2. Aspectos financeiros relacionados às perdas de nutrientes por erosão hídrica em diferentes sistemas de manejo do solo Financial aspects of nutrient losses by water erosion in different soil management systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ildegardis Bertol

    2007-02-01

    Full Text Available A erosão hídrica é a forma mais séria de degradação do solo, pois, além de reduzir a capacidade produtiva deste para as culturas, causa prejuízos financeiros e ambientais em razão da perda de nutrientes a ela associada. A presente pesquisa foi realizada com o objetivo de quantificar as perdas de água e solo, de P, K, Ca e Mg na água e de P disponível e K, Ca e Mg trocáveis nos sedimentos da enxurrada perdida por erosão hídrica, em um experimento realizado sob chuva natural, entre novembro de 1992 e outubro de 2003, no sul do Planalto Catarinense. Calculou-se o custo financeiro desses nutrientes, expressos na forma de superfosfato triplo (P, cloreto de potássio (K e de calcário (Ca e Mg, perdidos na erosão hídrica, para um Cambissolo Húmico alumínico léptico com declividade média de 0,10 m m-1, em três sistemas de manejo do solo, com duas repetições: preparo convencional (PC, preparo mínimo (PM e semeadura direta (SD. Em uma das repetições dos tratamentos foram cultivados soja, trigo, milho, ervilhaca, feijão, aveia, soja e nabo forrageiro, em sistema de rotação de culturas, enquanto na outra se cultivaram soja, trigo, soja, trigo, soja, trigo, soja e trigo, em sistema de sucessão de culturas. Para efeito de realização deste trabalho, as duas parcelas experimentais com o mesmo tipo de manejo do solo foram consideradas como repetição, embora com diferentes espécies culturais (em rotação e em sucessão de culturas. As perdas de solo foram fortemente influenciadas pelo sistema de manejo e variaram com os anos de cultivo, enquanto as perdas de água variaram menos do que as de solo, tanto nos sistemas de manejo do solo quanto nos anos de cultivo. O valor monetário das perdas anuais de P expresso na forma de superfosfato triplo, de K expresso como cloreto de potássio e de Ca e Mg expressos na forma de calcário, por erosão hídrica, foi relativamente elevado, independentemente do sistema de manejo do solo. A

  3. Oxidação do enxofre elementar em solos tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Horowitz Nelson

    2006-01-01

    Full Text Available O uso de fertilizantes que contêm baixos teores de enxofre (S, em solos com baixos teores de matéria orgânica, pode resultar em limitação desse nutriente para as culturas. O uso do S-elementar como fertilizante, isoladamente ou associado a fórmulas comerciais, pode reduzir os custos de adubação em solos deficientes de S. Os objetivos deste estudo foram: a verificar se, em dois solos tropicais, ocorre oxidação de S-elementar; b avaliar se o período de incubação de seis dias sugerido por Janzen & Bettany (1987a é adequado para estimar a oxidação do S-elementar e c medir o efeito da oxidação do S-elementar sobre o pH do solo. Para isso, foi realizado um experimento com amostras de um ARGISSOLO VERMELHO AMARELO eutrófico abruptíco e de um LATOSSOLO VERMELHO DISTRÓFICO típico. As amostras dos dois solos foram incubadas com seis doses de enxofre (0, 1,5, 3,0, 6,0 9,0 e 12g de So kg-1 de solo por períodos entre 0 e 70 dias. A incubação foi feita em estufa, a uma temperatura de 27o + 1o C. Ambos os solos tiveram capacidade para oxidar o S-elementar para S-sulfato, forma disponível à planta. No argissolo, o teor de S-sulfato resultante da oxidação do S-elementar foi 563mg dm-3 de solo, enquanto que, no latossolo, foi de 207mg dm-3 de solo, indicando capacidade diferenciada de ambos para oxidar o S-elementar. Em ambos os solos houve diminuição do pH, sendo mais acentuada para o argissolo. O período de incubação para avaliação da oxidação do S-elementar de seis dias sugerido por Janzen & Bettany (1987a parece ser insuficiente.

  4. Efeito da fibra do polissacarídeo de soja no peso e na umidade das fezes de ratos em fase de crescimento

    OpenAIRE

    Freitas,Karine C.; Motta,Maria Eugênia F. A.; Amâncio,Olga M. S.; Fagundes Neto,Ulysses; Morais,Mauro B.

    2004-01-01

    OBJETIVO: Comparar, em ratos, o efeito do polissacarídeo de soja em relação a celulose e fórmula de soja sem fibra alimentar sobre o peso e a umidade fecal. MÉTODOS: Foram utilizados 12 ratos Wistar machos, com 21 dias de vida, distribuídos em três grupos, que receberam ração AIN-93G variando-se a fonte de fibra alimentar: grupo polissacarídeo, com 5% de fibra na forma de polissacarídeo de soja; grupo fórmula de soja, com 5% de fórmula de soja sem fibra; e grupo celulose, com 5% de fibra na f...

  5. Desempenho de semeadoras-adubadoras de soja em Latossolo Vermelho muito argiloso com palha intacta de milho Performance of soybean seed drills in Oxisol with intact corn straw

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo G. Aratani

    2006-06-01

    Full Text Available Como a dificuldade da semeadura da soja sob grande quantidade de palha do milho safrinha intacta, sem a fragmentação ou incorporação dos resíduos, em solos muito argilosos, tem desmotivado a utilização do sistema plantio direto pelos agricultores da região paulista do Médio Paranapanema, objetivou-se, com este trabalho, comparar o desempenho quanto ao embuchamento, bem como avaliar a qualidade da semeadura entre semeadoras-adubadoras original e adaptada, na cultura da soja. O sistema modificado proporcionou menor número de paradas do conjunto trator-semeadora, em função de embuchamento. As freqüências de solo exposto e profundidades de deposição da semente e do sulco em ambas as semeadoras e, ainda, o número de plantas emergidas para a semeadora-adubadora modificada, apresentaram diferença significativa entre as linhas de semeadura. O desempenho das duas semeadoras-adubadoras avaliadas não foi satisfatório quanto à largura de revolvimento do solo e à uniformidade da profundidade de deposição da semente.Soybean sowing under great amount of intact residues of off-season maize, without cutting or incorporation of residues in highly clayey soils has discouraged the farmers to adopt no-tillage (direct planting in Médio Paranapanema region, São Paulo State, Brazil. The aim of this study was to compare the performance of an original and a modified no-tillage planter by minimizing the straw accumulation, and to evaluate the sowing quality. The modified planter system provided less number of stops due to straw accumulation. Both planter systems showed that uncover soil frequencies and depths of seeding and furrow presented significant differences between the sowed lines. The modified planter system expressed significant difference for number of emerged plants between the sowed lines. The performance of the both planters was not satisfactory for soil revolving width and uniformity of the depth of seeding.

  6. Escoamento superficial e desagregação do solo em entressulcos em solo franco-argilo-arenoso com resíduos vegetais Interrill surface runoff and soil detachment on a sandy clay loam soil with residue cover

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elemar Antonino Cassol

    2004-07-01

    Full Text Available A presença de resíduos vegetais sobre a superfície do solo altera as características do escoamento superficial gerado pela chuva e a desagregação e transporte de sedimento resultantes do processo erosivo. O objetivo deste trabalho foi avaliar as condições hidráulicas e as relações de desagregação do solo e de resistência ao escoamento com a presença de resíduos vegetais na erosão em entressulcos. O experimento foi realizado no laboratório, com um Argissolo Vermelho distrófico típico, em parcelas com 0,10 m m-1 de declive sob chuva simulada. O solo foi coberto por resíduos vegetais de palha de soja, nas doses de 0, 0,05, 0,1, 0,2, 0,4 e 0,8 kg m-2. O aumento na cobertura do solo (CS com resíduos vegetais elevou a altura da lâmina de escoamento e a rugosidade hidráulica e reduziu a velocidade média do escoamento, provocada pelo aumento das forças viscosas promovida pela interposição física dos resíduos ao escoamento. O resultado é a redução na taxa de desagregação do solo (Di. A Di foi de 5,35x10-4 kg m-2 s-1 para solo descoberto e 1,50x10-5 kg m-2 s-1 em solo com 100% de cobertura na maior dose de palha. Os modelos de Laflen e potencial foram adequados para estimar o coeficiente de cobertura para resíduo em contato direto com a superfície do solo em função da cobertura do solo.Soil surface cover with crop residue modifies surface flow characteristics, generated by excess rainfall, and soil detachment and sediment transport resulting from the erosion process. The objective of this study was to evaluate the hydraulic conditions, detachment and flow resistance on interrill erosion on soil covered with residue. The experiment was conducted in the laboratory, on a Hapludult soil at a slope of 0.10 m m-1, under simulated rainfall and soil surface covered with soybean residue at the rates of 0, 0.05, 0.1, 0.2, 0.4, and 0.8 kg m-2. The increase in soil surface cover (SC with residue, caused an increase in water flow

  7. EXCESSO HÍDRICO SOBRE OS COMPONENTES DO RENDIMENTO DA CULTURA DA SOJA HIDRICAL EXCESS ON YIELD COMPONENTS IN SOYBEANS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edgar Ricardo Schöffel

    2001-02-01

    Full Text Available O cultivo da soja em solos hidromórficos do Estado do Rio Grande do Sul vem sendo utilizado como opção em rotação com arroz e pastagens. O presente trabalho teve como objetivos determinar o comportamento dos componentes do rendimento de quatro cultivares de soja, para as condições dos solos hidromórficos, e verificar as variações de comportamento em função do estádio de desenvolvimento em que ocorre o estresse por excesso hídrico. O experimento foi conduzido em uma estrutura com cobertura plástica, em vasos de PVC, no ano agrícola de 1995/96, no Departamento de Fitotecnia da UFSM, em Santa Maria, RS. O solo utilizado foi um planossolo pertencente à unidade de mapeamento Vacacaí. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, fatorial (4 x 5 com três repetições. As cultivares Ocepar 14, FT Saray, IAS 5 e CEP 16 foram submetidas a tratamentos de saturação hídrica do solo por um período de 15 dias a partir dos estádios de desenvolvimento V2 e V6; e por um período de 10 dias a partir dos estádios R2, R3 e R4. Os resultados indicaram que as quatro cultivares de soja utilizadas apresentaram boa tolerância à saturação hídrica no solo e que, em termos de duração desse estresse, a tolerância à saturação hídrica no solo é maior no subperíodo vegetativo do que no subperíodo reprodutivo.Soybean cultivars in rotation with rice and pastures in hydromorphic soils in Rio Grande do Sul, has been used as an agricultural option. The present report had as main objective to determine the performance on the yield component of soybeans cultivars under hydromorphic soil conditions, and in the verification of the crop responses to excess of water in the soil at different stages of growth. The study was conducted during the crop year of 1995/96, bellow extructure covered, at the Plant Sciences Departament of the Federal University of Santa Maria, RS, Brazil (29º 41' S latitude, 58º 48' W longitude, 95 m above

  8. ATIVIDADE DO ALUMÍNIO NA SOLUÇÃO DO SOLO DE UM LATOSSOLO VERMELHO DISTRÓFICO SUBMETIDO AO MANEJO DO SOLO E DE CULTURAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Tulio Spera

    2014-09-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi avaliar a interação do manejo do solo e de culturas nos atributos químicos da solução de solo referentes à porcentagem e atividade de formas de Al tóxico de camadas de solo entre 0 a 20 cm. As amostras foram provenientes de experimento conduzido em Passo Fundo, RS, em um Latossolo Vermelho distrófico, com mais de duas décadas de cultivo sem aplicação de calcário. O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso, em esquema de subparcelas. Os tratamentos foram: plantio direto (PD, cultivo mínimo com escarificador (PM e preparo convencional com arado e grade (PC, combinados com as rotações de culturas: trigo/soja (R1; trigo/soja - ervilhaca/sorgo (R2 e trigo/soja - ervilhaca/sorgo - aveia branca/soja (R3, para avaliar o efeito da interação destas rotações com o tipo de manejo de solo no rendimento de grãos (RG, na massa seca da parte aérea (MS e nos atributos químicos da solução do solo referentes à porcentagem e atividade de formas de Al tóxico, nas camadas de 0 a 6,7 cm e de 6,8 a 20 cm. Uma floresta subtropical adjacente foi amostrada com a finalidade de se balizar os valores originais dos atributos avaliados. Não houve correlações entre o RG e a MS e os atributos de solo avaliados, em ambas as camadas, mesmo havendo diferenças de níveis de restrições físicas e químicas entre as camadas. Os atributos químicos da solução do solo não foram influenciados pela interação dos fatores estudados, sendo pouco influenciados pela rotação de culturas. O plantio direto propiciou maiores valores de carbono orgânico dissolvido e menor teor e atividade de Al na solução. Palavra-chave: acidez; sistema plantio direto, preparo convencional, química do solo.ACTIVITY ALUMINIUM ON THE SOIL SOLUTION OF A TYPIC HAPLUSTOX UNDER SOIL AND CROP MANAGEMENTS ABSTRACT The aim of this work was to evaluate the interaction of soil and crop managements in chemical attributes on soil solution

  9. Resposta de culturas e disponibilidade de enxofre em solos com diferentes teores de argila e matéria orgânica submetidos à adubação sulfatada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tales Tiecher

    2012-01-01

    Full Text Available Em solos com baixos teores de argila e matéria orgânica pode haver menor disponibilidade de enxofre (S e, por esse motivo, espera-se que a adubação sulfatada incremente a produção das culturas. O trabalho objetivou avaliar a resposta de culturas e a disponibilidade de S em solos com diferentes teores de argila e matéria orgânica, submetidos à adubação sulfatada. O experimento foi realizado em vasos em casa de vegetação no período de agosto de 2004 até janeiro de 2008. Foram realizados nove cultivos sucessivos de plantas em quatro tipos de solos, submetidos à aplicação de quatro doses de S. Avaliou-se a produção de matéria seca e o acúmulo de S na parte aérea das plantas e o teor do elemento disponível no solo das camadas 0 - 10 e 10 - 20 cm. As plantas do primeiro cultivo de milho e aveia preta aumentaram a produção de matéria seca com a aplicação de S, mas o aumento da produção do milho não teve relação com os teores de S disponível da camada 0 - 10 cm nos solos arenosos. Mesmo com teores de S disponível nessa camada abaixo dos níveis de suficiência, não houve resposta do girassol, feijão, soja e mamona à adubação sulfatada. A quantidade de S acumulada na parte aérea das plantas e o teor de S disponível no solo aumentaram com a aplicação do nutriente. Grande parte do S migrou para a camada de 10 - 20 cm, especialmente nos solos arenosos e, assim, o diagnóstico da sua disponibilidade deve ser realizado nas camadas subsuperficiais do solo.

  10. Efeito de lodo de esgoto sobre patógenos habitantes do solo e severidade de oídio da soja Effect of sewage sludge in soil-borne pathogens and powdery mildew severity in soybean

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Fernando de Araújo

    2009-09-01

    Full Text Available O lodo de esgoto, atendendo as exigências ambientais, apresenta potencial para disposição em solos agrícolas. Sua incorporação altera as propriedades químicas, físicas e biológicas do solo, pois é rico em macro e micronutrientes e matéria orgânica. Estas alterações podem proporcionar benefícios como aumento da disponibilidade de nutrientes às culturas, indução de supressividade a fitopatógenos habitantes do solo e de resistência às doenças da parte aérea. Por outro lado, pode influenciar negativamente o equilíbrio biológico e químico no solo, devido à presença de contaminantes. O objetivo do trabalho foi avaliar os efeitos da incorporação de lodo de esgoto ao solo sobre a severidade de oídio (Erysiphe diffusa e na supressividade a Rhizoctonia solani e a Macrophomina phaseolina da soja (Glycine max. Para tanto, foram utilizados solos que receberam quatro aplicações (1999 a 2001 sucessivas de lodos de esgoto originários das Estações de Tratamento de Esgoto de Barueri e de Franca, SP, nas concentrações de 0, 1, 2, 4 e 8 vezes (0N a 8N a dose de N recomendada para a cultura do milho. Os estudos com oídio foram realizados em casa de vegetação com inoculação natural em dois cultivos sucessivos de soja. Também foi estudado o efeito de substrato produzido com 0%, 2,5%, 5% 10%, 15% e 20% de lodo de Franca sobre a emergência de plântulas e sobre a severidade de oídio da soja em três e dois ciclos, respectivamente. Nos estudos com R. solani e M. phaseolina, os solos foram artificialmente infestados com os patógenos e posteriormente cultivados com soja por dois ciclos, sendo avaliado o tombamento e a severidade das doenças. A aplicação de lodo de esgoto no solo aumentou a atividade eliciadora de fitoalexinas em soja e a severidade do oídio foi inversamente proporcional às concentrações do lodo, tanto no estudo com o solo de campo, como com o substrato obtido com o lodo de Franca. A emergência das pl

  11. TEOR DE ÁCIDO FÍTICO EM CULTIVARES DE SOJA CULTIVADOS EM DIFERENTES REGIÕES DOS ESTADOS DO PARANÁ E SÃO PAULO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Aleixo MOREIRA

    2012-08-01

    Full Text Available O ácido fítico (AF está presente em grãos de soja e apresenta tanto características benéficas como deletérias à saúde humana. O objetivo desse trabalho foi avaliar a eficiência do método de análise para quantifica- ção do ácido fítico em grãos de soja e quantificar o teor de ácido fítico em grãos de seis cultivares de soja cultivadas em quatro locais. Para a extração do ácido fítico foi utilizado ácido clorídrico (HCl 0,8 M, com eluição por cloreto de sódio (NaCl 0,7 M em coluna de Resina Dowex 1x2-200. As cultivares estudadas foram BRS 284, CD 215, NK 3363, BRS 317, VMAX convencional e VMAX RR transgênica e os locais foram os municípios de Cândido Mota (SP, Londrina (PR, Ponta Grossa (PR e São Jorge do Ivaí (PR. Os resultados demonstraram que a eficiência da metodologia de extração e quantificação de ácido fítico foi excelente (92,5 e 88,0% para adição de 1 e 2% de ácido fítico respectivamente, indicando a sua utilização para análises em amostras de soja. Entre as amostras, os resultados variaram de 1,131 a 2,435 g 100 g-1 de ácido fítico. A cultivar BRS 317, cultivada em Cândido Mota apresentou o maior teor de Af(2,435 g 100 g-1, porém em Londrina essa amostra apresentou o menor teor (1,131 g 100 g-1. Todas as cultivares apresentaram variação significativa no teor de ácido fítico em relação ao local de cultivo. A variabilidade genética das cultivares de soja, o local de cultivo, os tratos culturais como a adubação com fosfatos e os fatores climá- ticos podem influenciar nos teores de ácido fítico nos grãos de soja.

  12. ATIVIDADE DE INIBIDORES DE PROTEASES EM LINHAGENS DE SOJA GENETICAMENTE MELHORADAS*

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. R. CARDOSO

    2008-11-01

    Full Text Available

    Este estudo teve como objetivo ajustar um método de determinação de inibidores de quimotripsina, determinar a atividade inibitória de tripsina e quimotripsina e verificar o efeito da eliminação genética na atividade destes inibidores em genótipos de soja. Foram analisados quatro genótipos de soja, os quais diferiam entre si com relação à presença ou ausência de lipoxigenases (LOX e do inibidor de tripsina Kunitz (KTI. Os testes foram realizados com a soja in natura e processada em diferentes temperaturas. Os fatores de tripsina e quimotripsina encontrados foram de 0,0188 e 0,0127 respectivamente. A atividade inibitória de tripsina, em mg/g de proteína, para as linhagens in natura variaram entre de 92,87 e 122,92, sendo as farinhas isentas de KTI as que apresentaram menor atividade inibitória. O processamento térmico de 120ºC/9 minutos foi suficiente para a completa inativação dos inibidores nas variedades isentas de KTI.

  13. Influência das frações de areia na retenção e disponibilidade de água em solos das formações Caiuá e Paranavaí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonez Fidalski

    2013-06-01

    Full Text Available Tem sido verificado que a adoção das técnicas de uso e manejo para solos derivados do arenito Caiuá no noroeste do Paraná nem sempre corresponde às expectativas de produção das culturas. Nessa região ocorrem duas Formações desse arenito: a Caiuá e a Paranavaí, com diferenças na granulometria dos solos. A hipótese é de que os solos da Formação Caiuá tenham menor retenção e disponibilidade de água para a produção agrícola, em razão da maior proporção da fração de areia grossa do que solos da Formação Paranavaí. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a retenção e disponibilidade de água do solo em integração lavoura-pecuária e cultivado com abacaxi em solos do arenito das Formações Caiuá e Paranavaí, no noroeste do Paraná. Em 2010, foram realizadas duas amostragens de solo em quatro áreas agrícolas comerciais de integração lavoura-pecuária e produção de abacaxi, que apresentaram textura arenosa na camada de 0-40 cm; nessas havia evidências de que, mesmo com a utilização das melhores técnicas agronômicas de manejo de solo, as produtividades de soja, pastagem e de abacaxi eram muito baixas nos solos da Formação Caiuá. Coletas de amostras de solo deformadas e indeformadas nas camadas de 0-10, 11-20 e 21-40 cm foram realizadas para caracterizar a granulometria (argila, silte, areia fina e areia grossa, o carbono orgânico e a retenção de água no solo. Os solos da Formação Caiuá têm granulometria mais grosseira, poros de maior diâmetro e menor disponibilidade de água do que os da Paranavaí. Os riscos de deficiência hídrica são maiores em solos da Formação Caiuá do que os da Paranavaí.

  14. Weed control, biomass and microbial metabolism of soil depending on the application of glyphosate and imazethapyr on crop soybeansControle de plantas daninhas, biomassa e metabolismo microbiano do solo em função da aplicação de glifosato ou imazetapir na cultura da soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dirceu Agostinetto

    2011-08-01

    Full Text Available Studied the weed control and the changes of biomass and microbial soil properties at crop cultivated both genetically modified and non altered soybeans because of glyphosate or imazethapyr herbicide applications. Soybean cultivations were tested (BRS 244RR, genetically modified and BRS 154, non modified and herbicides (glyphosate and imazethapyr, and control treatment with weed. Variables were evaluated for phytotoxicity to the crop, control of Raphanus raphanistrum (wild radish, Digitaria sp. (crabgrass and Brachiaria plantaginea (alexsandregrass, total organic carbon (TOC, microbial biomass carbon (MBC, basal respiration (BR and metabolic quocient (QCO2. The herbicide glyphosate, applied as a single dose or sequentially, effectively controls the weeds wild radish, crabgrass and alexsandregrass and increases microbial activity, basal respiration and metabolic quocient. The microbial metabolism was not affected by the fact that the genotype or not genetically modified, but the use of the herbicide glyphosate.Estudou-se o controle de plantas daninhas, as variações da biomassa e do metabolismo microbiano do solo em áreas cultivadas com soja geneticamente modificada e não modificada, em função da aplicação dos herbicidas glifosato ou imazetapir. Testaram-se cultivares de soja (BRS 244RR, geneticamente modificada e BRS 154, não modificada e herbicidas (glifosato e imazetapir, e tratamento controle com capina. Como variáveis foram avaliadas a fitotoxicidade à cultura, controle de Raphanus raphanistrum (nabo, Digitaria sp. (milhã e Brachiaria plantaginea (papuã, teores de carbono orgânico total (COT, carbono da biomassa microbiana (CBM, respiração basal (RB e quociente metabólico (QCO2. O herbicida glifosato, aplicado em dose única ou seqüencial, controla eficientemente as plantas daninhas nabo, milhã e papuã, e aumenta a atividade microbiana, a taxa de respiração basal e o quociente metabólico. O metabolismo microbiano do solo

  15. Condutividade elétrica, reação do solo e acidez potencial em solos adubados com composto de lixo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. H. Abreu Junior

    2000-09-01

    Full Text Available Foram estudados os efeitos da aplicação do composto de lixo, proveniente da cidade de São Paulo (usina de compostagem São Matheus, na presença e ausência de calcário dolomítico (para elevar a saturação por bases a 70% e de adubos minerais, sobre a condutividade elétrica (CE, pH em CaCl2 0,01 mol L-1 e em água, e acidez potencial (H + Al de 21 solos ácidos e cinco solos alcalinos, nos quais o calcário foi substituído por gesso. O experimento foi realizado em condições de casa de vegetação em delineamento em blocos ao acaso, com parcelas em faixas e três repetições. Foi verificado que a aplicação do composto de lixo promoveu o aumento da CE dos solos. Todavia, esse efeito foi inferior àquele causado pelos adubos minerais. Os maiores valores de CE (> 2 dS m-1 foram causados pelas aplicações do composto + calcário + adubo nos solos ácidos e do composto + adubo + gesso nos solos alcalinos. Porém, quanto maior a capacidade de troca catiônica (CTC inicial dos solos ácidos e pH inicial dos solos alcalinos, menores foram os efeitos dos tratamentos sobre o incremento da CE. A aplicação do composto promoveu, também, o aumento do pH e a redução da acidez potencial. Esse efeito do composto foi, em média, superior àquele causado pela aplicação do calcário. A aplicação conjunta do composto e calcário promoveu um efeito aditivo de seus efeitos isolados sobre o pH e acidez potencial do solo. A adição dos adubos minerais tendeu a reduzir o pH por causa da acidificação residual da uréia. Esse efeito foi bem evidente nos solos alcalinos. O aumento do pH e da CE foi acompanhado por uma diminuição na diferença entre os valores de pH medido em CaCl2 e em água, notadamente nos solos ácidos. A aplicação do composto de lixo para melhorar a acidez do solo, manejando-se adequadamente o calcário e adubos minerais nos solos ácidos ou gesso nos solos alcalinos, parece ser uma prática agrícola viável.

  16. Produção de biomassa e acúmulo de nutrientes em plantas de cobertura sob diferentes sistemas de preparo do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Kempim Pittelkow

    2012-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a produção de biomassa seca e o acúmulo de nutrientes de plantas de cobertura em diferentes sistemas de preparo do solo. O experimento foi instalado após a colheita da soja precoce sobre um Latossolo Vermelho em Sorriso, MT. O delineamento experimental adotado foi em blocos casualizados, no esquema de parcelas subdivididas, com três repetições. As parcelas foram constituídas pelas plantas de cobertura (milheto, crotalária, braquiária, sorgo e amaranto e as subparcelas pelos sistemas de preparo do solo (sistema de plantio direto, sistema de cultivo mínimo e sistema de preparo convencional. No final do ciclo de cada planta de cobertura realizou-se uma amostragem, para estimar a produção de biomassa e de produção de grãos, através de um quadro amostral de 50 cm de lado, disposto de forma aleatória dentro de cada subparcela. Foram avaliadas as concentrações de macro e micronutrientes nas plantas de cobertura e os acúmulos foram determinados por meio da multiplicação da produção de biomassa seca pelo teor do nutriente. A produção de biomassa seca pelas plantas de cobertura não foi influenciada pelos sistemas de preparo do solo. A braquiária apresentou os maiores acúmulos de macro e micronutrientes e a menor relação C/N. O acúmulo de cálcio é influenciado pelos sistemas de preparo do solo.

  17. Aporte de fitomassa pelas sucessões de culturas e sua influência em atributos físicos do solo no sistema plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denis Augusto da Silva

    2011-01-01

    Full Text Available A degradação física dos solos, como a compactação, reduz a movimentação de água e o crescimento de raízes. A estrutura do solo é considerada como uma de suas mais importantes propriedades do ponto de vista agrícola, pois a ela estão relacionadas outras propriedades fundamentais nas relações solo-planta. Com o objetivo de se avaliar o efeito de culturas de cobertura nos atributos físicos do solo realizou-se este trabalho em um Latossolo Vermelho Distroférrico, textura muito argilosa, nas safras de 2004/2005 e 2005/2006, na Universidade Federal da Grande Dourados, em uma área há oito anos sob plantio direto. O delineamento experimental foi em blocos completamente casualizados com três repetições. Foram avaliadas as culturas girassol (Helianthus annuus L., crotalária (Crotalaria juncea L., ervilhaca peluda (Vicia villosa Roth, consórcio de crotalária e aveia preta (Avena strigosa Schreb e consórcio de aveia preta, ervilhaca peluda e nabo forrageiro (Raphanus sativus L. var. oleiferus Metzg, sucedendo a soja e como antecessoras do milho. As culturas de girassol, crotalária e o consórcio aveia preta mais crotalária proporcionaram maiores teores de carbono orgânico total; os valores de macroporosidade e porosidade total aumentaram na camada superficial enquanto os valores de densidade do solo e de microporosidade foram menores nessa camada. Os agregados foram mais estáveis na camada 0 - 5 cm. Os sistemas de culturas estudados foram eficientes na produção de palha, capazes preservar os atributos físicos do solo. Os consórcios entre aveia preta+ervilhaca peluda+nabo forrageiro e, da aveia preta+crotalária possibilitam maior cobertura e permanência da palha sobre o solo.

  18. Semeadura de milho em solo sob preparo reduzido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W. Boller

    1998-03-01

    Full Text Available Para avaliar a viabilidade da implantação da cultura do milho em solo sob preparo reduzido, em dezembro de 1988, instalou-se um experimento em um Latossolo Vermelho-Escuro distrófico, no município de Passo Fundo (RS. Na testemunha, o preparo do solo foi realizado por meio de uma escarificação mais uma gradagem com grade leve. Nos demais cinco tratamentos, o solo foi preparado por meio de uma operação conjugada (escarificador equipado com rolo destorroador. Na testemunha e em um dos tratamentos sob preparo conjugado, não foram realizadas adaptações na semeadora-adubadora. Nos demais tratamentos, foram adaptados discos de corte ondulados, ou secções de rolos destorroadores, na frente das linhas da semeadora. A percentagem de cobertura do solo, dois dias após a semeadura, foi significativamente menor (Tukey ao nível de 5% na testemunha, enquanto nos demais tratamentos, caracterizados como conservacionistas, não se perceberam diferenças. O diâmetro médio geométrico (DMG dos agregados do solo não apresentou diferenças significativas entre os tratamentos, porém os agregados coletados nas linhas apresentaram DMG significativamente menores do que aqueles encontrados nas entrelinhas. A velocidade de absorção de água pelas sementes, o comprimento médio ponderado das radículas, o índice de velocidade de emergência e o estande inicial de plantas de milho não variaram significativamente em função dos tratamentos. Os resultados evidenciam que o preparo conjugado do solo por meio de um escarificador equipado com um cilindro destorroador permitiu implantar a cultura do milho, sem a necessidade de operações de preparo secundário (gradagens e sem requerer adaptações na semeadora-adubadora.

  19. A adição de xisto retortado aumenta a retenção do carbono de resíduos vegetais no solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Elso Leão

    2014-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de curto prazo e o residual de doses de xisto retortado (XR sobre a retenção do C de resíduos culturais no solo. Foram avaliadas a mineralização e a retenção de C de folhas e talos de soja enriquecidos com 13C, em solo com e sem histórico de aplicação de XR e na presença e na ausência de doses crescentes de XR. Houve efeito de curto prazo do XR sobre a retenção de C no solo. Esse efeito ocorreu somente com a mistura de folhas + 3 Mg ha-1 de XR, em que a retenção de C no solo superou em 21% aquela observada com a aplicação isolada das folhas. O XR apresenta potencial de reter C no solo.

  20. SELECTION FOR ALUMINUM TOLERANCE IN TROPICAL SOYBEANS SELEÇÃO PARA TOLERÂNCIA AO ALUMÍNIO EM SOJA TROPICAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Augusto Copati Souza

    2007-09-01

    Full Text Available

    Soil acidity is a limiting factor for most of the cultivated plants in the Brazilian Savannah. Toxicity caused by aluminum (Al is especially serious in the acid subsurface, which remains acidic after soil has been amended, by hindering root growth and causing drought susceptibility and nutritional unbalance. This research aimed at selecting soybean with increased tolerance to Al through association of hydroponics and field experiments. Crosses including savannah adapted genotypes were obtained. Seeds of contrasting individuals, selected in hydroponics at F2 generation for root growth, were obtained for progeny evaluation at F3, in the field, and at F4 in hydroponics. Grain production and total dry matter of selected progenies were superior to the parentals, in the acid soil experiment. These results were confirmed by performance in hydroponics, indicating the method may be successfully employed in breeding programs for crop adaptation to subsurface acid soil conditions.

    KEY-WORDS: Subsurface acidity; <em>Glycine maxem>; Al stress; plant breeding.

    A acidez do solo é fator limitante para a maioria das plantas cultivadas no Cerrado Brasileiro. A toxidez causada por alumínio (Al é especialmente séria na subsuperfície, que permanece ácida após o uso de corretivos, por impedir o crescimento radicular e causar suscetibilidade à seca e desbalanceamento nutricional. Aqui objetivou-se a seleção de genótipos de soja com maior tolerância ao Al, pela associação de experimentos em hidroponia e no campo. Cruzamentos incluindo genótipos selecionados no Cerrado foram realizados. Sementes de indivíduos contrastantes, selecionados em hidroponia na geração F2 pelo crescimento radicular, foram obtidas para avaliação de progênies em F3, no campo, e em F4, novamente em hidroponia

  1. Copper and zinc quantification in contaminated soil as evaluated by chemical extractants Quantificação de cobre e zinco avaliados por extratores químicos em solo contaminado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Ligia de Souza Silva

    2008-12-01

    utilizar teores de Cu e Zn nas diferentes frações do solo para prognosticar suas disponibilidades. Para isso, compararam-se as mesmas com soluções extratoras clássicas, como DTPA, Mehlich-1 e HCl, e com teores absorvidos por plantas de arroz e soja em materiais de solos contaminados. Foram estudadas sete amostras de solos com diferentes graus de contaminação empregando delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições. Utilizando a técnica de ICP-OES, foram avaliados teores de Cu e Zn em folha diagnóstico e folha em final de ciclo (LCE e no solo: teores disponíveis utilizando as soluções extratoras DTPA, Mehlich-1 e HCl, teores nas frações de solo solúvel+trocável, ligados à matéria orgânica e ligados a óxidos e o teor total. Para a soja e arroz, os teores de Cu e Zn extraídos do fracionamento correlacionaram significativamente com os teores obtidos na LCE. Para a soja, os teores de Zn extraídos com DTPA apresentaram alta correlação com os teores totais, enquanto que os teores de Cu extraídos pelos três extratores, DTPA, Mehlich-1 e HCl, correlacionaram com o teor total, provavelmente devido aos altos teores de Cu e Zn neste solo. Para o arroz, os teores de Cu e Zn extraídos pelas três soluções correlacionaram com teores em todas as frações e com o teor total.

  2. Simulação do impacto do fungo Nomuraea rileyi em populações da lagarta da soja, Anticarsia gemmatalis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sujii Edison Ryoiti

    2002-01-01

    Full Text Available O fungo entomopatogênico Nomuraea rileyi (Farlow Samson produz epizootias em populações de lagarta da soja, Anticarsia gemmatalis (Huebner, controlando naturalmente a praga em determinadas condições. No entanto, a epizootia nem sempre ocorre a tempo de evitar que as populações desta praga causem dano econômico à cultura. Foi criado um modelo matemático para simular a ocorrência de N. rileyi em populações de A. gemmatalis nas lavouras de soja da Flórida, EUA. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um sistema que integrasse esse modelo a outros modelos (fenologia da soja e da praga, interações inseto-planta e dinâmica populacional da praga, a fim de gerar simulações mais precisas no manejo da praga. Estes modelos foram construídos a partir de estudos ecológicos dos organismos envolvidos, conduzidos nas áreas de soja no Brasil. O sistema integrado foi desenvolvido com base em equações de diferenças que são processadas pelo programa STELLA, versão 5.0 Research. A avaliação do modelo em Planaltina, DF, e Londrina, PR, demonstraram que o sistema é capaz de simular a ocorrência de epizootias ou explosões populacionais da lagarta da soja.

  3. Atividade elicitora de fitoalexinas em Soja e Sorgo por extratos e tinturas de espécies medicinais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Matiello

    2013-01-01

    Full Text Available A verificação da capacidade indutora de fitoalexinas a partir de extratos e tinturas de espécies vegetais pode representar uma forma potencial de controle de doenças em plantas cultivadas. O objetivo foi verificar a capacidade de indução de fitoalexinas em cotilédones de Soja e mesocótilos de Sorgo a partir de extratos brutos aquosos (EBAs e tinturas de espécies medicinais. As espécies utilizadas foram as plantas medicinais Arruda (Ruta graveolens, Manjerona (Origanum majorana e Carqueja (Baccharis trimera. Os resultados obtidos mostraram que os EBAs são eficientes na indução de fitoalexinas em cotilédones de Soja. Em mesocótilos de Sorgo os EBAs das plantas medicinais Carqueja e Manjerona induzem a produção de fitoalexinas em concentrações elevadas (15, 20, 25 e 50%. As tinturas são capazes de induzir a produção de fitoalexinas em cotilédones de Soja nas concentrações de 10 e 15%, porém, não são capazes de induzir acúmulo de fitoalexinas em mesocótilos de Sorgo.

  4. Crescimento, morfologia radicular e liberação de compostos orgânicos por plântulas de soja em função da atividade de alumínio na solução do solo de campo natural Growth, root morphology and organic compounds released by soybean seedlings as a function of aluminum activity in a field soil solution

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Nolla

    2007-02-01

    Full Text Available A toxicidade do alumínio em solos é considerada uma das maiores limitações para a produção das culturas. No entanto, algumas plantas são capazes de tolerar altas concentrações de alumínio por sua complexação com ácidos orgânicos exsudados pelas raízes. No intuito de estudar os efeitos concomitantes de faixas pH e de alumínio no desenvolvimento radicular de plântulas de soja, desenvolveu-se um trabalho na solução de um Argissolo Vermelho distrófico típico de campo natural. Cultivou-se, em câmara de crescimento, plântulas pré-germinadas de soja durante três dias dentro de tubos de ensaio aerados contendo 40ml da solução do solo (4,2µmol de Al L-1, submetidos a quatro concentrações de alumínio (0,0; 0,3; 0,6 e 1,2µmol L-1 e três níveis de pH (4,0; 5,0 e 6,0. O crescimento radicular e da parte aérea da soja foi menor em condições mais ácidas (pH 4,0. Em condições de acidez intermediária (pH H2O 5,0, o crescimento radicular foi menos afetado pelas espécies rizotóxicas de alumínio, mesmo quando submetidas a elevadas concentrações de alumínio na solução do solo.Aluminum toxicity in soils is considered one of the major limitations to crop production. However, some plants are able to tolerate high aluminum concentrations due to its complexation with root organic acids exudates. The simultaneous effect of pH ranges and aluminum concentration in soil solution on soybean seedlings root development was studied in a Rhodic Paleudult soil solution under natural grasses vegetation. Soybean seedlings were grown in growth chamber for three days in aerated test tubes containing 40ml soil solution (4.2µmol Al L-1, submmited to four aluminum concentrations (0.0, 0.3, 0.6 and 1.2mmol L-1 and three pH levels (4.0, 5.0 and 6.0. Root and aerial growth decreased under more acidic conditions (pH 4.0. Root growth was less affected by rhyzotoxic aluminum species at pH 5.0, even when submitted to high concentration of

  5. Biodegradation of glyphosate in rhizospheric soil cultivated with Glycine max, Canavalia ensiformis e Stizolobium aterrimum Biodegradação de glyphosate em solo rizosférico de Glycine max, Canavalia ensiformis e Stizolobium aterrimum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.B. Santos

    2009-01-01

    Full Text Available Biodegradation of glyphosate was evaluated in rhizospheric soil cultivated with Glycine max (soybean, var. BRS245-RR, Canavalia ensiformis and Stizolobium aterrimum. After these species were cultivated for 60 days, soil samples were collected, placed in flasks and treated with 14C-glyphosate. After 30 days of incubation, the total release rate of C-CO2 was determined along with microbial biomass (MBC, metabolic quotient (qCO2, and degradation percentage of the radio-labeled glyphosate released as 14C-CO2. A higher mass of rhizosphere-associated microorganisms was verified in the soil samples from pots cultivated with soybean, regardless of glyphosate addition. However, in the presence of the herbicide, this characteristic was the most negatively affected. Microorganisms from the C. ensiformis rhizosphere released a lower amount of 14C-CO2, while for those originated from S. aterrimum, the amount released reached 1.3% more than the total carbon derived from the respiratory activity. The rhizospheric soil from S. aterrimum also presented higher glyphosate degradation efficiency per microbial biomass unit. However, considering qCO2, the microbiota of the rhizospheric soil cultivated with soybean was more efficient in herbicide degradation.Avaliou-se neste trabalho a degradação de glyphosate em solo rizosférico proveniente do cultivo de Glycine max (soja var. BRS245-RR, Canavalia ensiformis e Stizolobium aterrimum. Para isso, após o cultivo, em vasos, das citadas espécies por 60 dias, coletaram-se amostras de solo, as quais foram acondicionadas em frascos e tratadas com 14C-glyphosate. Após 32 dias de incubação, foram determinados a taxa de desprendimento total de C-CO2, a biomassa microbiana (MBC, o quociente metabólico (qCO2 e a porcentagem de degradação do glyphosate radiomarcado liberado na forma de 14C-CO2. Verificou-se a maior massa de microrganismos associados à rizosfera em amostras de solo proveniente de vasos cultivados com a

  6. Infiltração de água no solo em um latossolo vermelho da região sudoeste dos cerrados com diferentes sistemas de uso e manejo Water infiltration into an oxisol in the south-west cerrado region under different use and management systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Antonio Maior Bono

    2012-12-01

    Full Text Available Na região do Cerrado, as atividades agrícolas têm provocado impactos negativos, principalmente, na qualidade do solo e da água. Tanto em sistemas de exploração agrícola ou de pecuária, com diferentes manejos, a degradação física do solo é uma das consequências da redução da produtividade. O objetivo deste trabalho foi verificar a infiltração de água no solo sob influência de diferentes sistemas de manejo em um Latossolo Vermelho distrófico na região dos Cerrados. Os tratamentos foram os seguintes sistemas de manejo: a solo sob vegetação nativa; b solo com implantação de lavoura de soja durante um ano, seguido de três anos de pastagens; c solo com implantação de lavoura de soja durante quatro anos, seguidos por quatro anos de pastagem; d solo com lavoura de soja contínua em sistema de plantio direto; e e solo com pastagem continuamente. Foram avaliadas, no período de 1995 a 2002, a velocidade de infiltração básica (VIB e a infiltração de água acumulada no solo, utilizando o método de duplos anéis concêntricos. Os usos do solo com sistema de lavoura contínua, pecuária contínua e integração lavoura-pecuária tiveram a velocidade de infiltração básica e infiltração acumulada reduzidas em relação ao solo com vegetação nativa na região do Cerrado. Entre os sistemas estudados, o sistema de integração lavoura-pecuária foi o que apresentou valores mais próximos aos do solo sob vegetação nativa.In the Cerrado region, agricultural activities have caused negative impacts mainly on the soil and water quality. Both in crop and livestock systems, with different managements, the soil physical degradation has led to reduced productivity. The objective of this study was to investigate water infiltration into a Dystrophic Red Latosol of the Cerrado region under different managements. The treatments consisted of the management systems: a soil under native vegetation, b soil with soybean for one year

  7. SISTEMAS DE MANEJO DO SOLO: SOJA [Glycine max (L.] CONSORCIADA COM Brachiaria decumbens (STAPF SOIL MANAGEMENT SYSTEMS: SOYBEAN [Glycine max (L.] INTERCROPPED WITH Brachiaria decumbens (STAPF

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emanuel da Silva Barros

    2011-01-01

    Full Text Available

    Objetivou-se, com este trabalho, avaliar o efeito de diferentes sistemas de manejo do solo sobre os componentes de produção da soja cultivada solteira e em consórcio com <em>B. decumbensem>, nos Tabuleiros Costeiros do Estado de Alagoas. Os tratamentos consistiram no cultivo da variedade de soja Monsoy 9350, nos sistemas preparo convencional do solo, cultivo mínimo e plantio direto. O delineamento experimental utilizado foi o em blocos casualizados, com parcelas subdivididas (com e sem <em>B. decumbensem>,<em> em>e quatro repetições. As variáveis analisadas foram: 1 cultura da soja: determinação dos estágios fenológicos, composição química das plantas, estande de plantas, diâmetro do colmo, altura de plantas, altura de inserção da primeira vagem, número de vagens por planta, número de grãos por

  8. Alterações químicas do solo e resposta da soja ao calcário e gesso aplicados na implantação do sistema plantio direto Changes in chemical soil characteristics and soybean response to lime and gypsum applications in a no-tillage system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. F. Caires

    2003-04-01

    Full Text Available Na região sul do Brasil, tem aumentado o interesse pela busca de alternativas para a instalação de culturas, no sistema plantio direto, em áreas novas, sem proporcionar revolvimento do solo. Com o objetivo de avaliar as alterações químicas do solo e a resposta da soja ao calcário e gesso aplicados no sistema plantio direto, foi realizado um experimento em um Latossolo Vermelho distrófico textura argilosa, em Ponta Grossa (PR, no período de 1998 a 2001. Os tratamentos, dispostos em blocos completos ao acaso em parcelas subdivididas, com três repetições, constaram da aplicação de calcário dolomítico (sem calcário e 4,5 t ha-1 de calcário na superfície, em dose total e 1/3 da dose por ano durante três anos, e incorporado, nas parcelas, e doses de gesso (0, 3, 6 e 9 t ha-1, nas subparcelas. A correção da acidez pela calagem na superfície ou incorporada foi mais acentuada na camada superficial do solo (0-5 cm e houve maior reação nas profundidades de 5-10 e 10-20 cm, quando o calcário foi incorporado. Os efeitos benéficos da calagem na correção da acidez do subsolo foram pouco pronunciados e mais evidentes com a incorporação do calcário no solo. O gesso melhorou o subsolo, aumentando o pH (CaCl2 0,01 mol L-1 e os teores de Ca e S-SO4(2-, aumentou a concentração de P na camada superficial do solo (0-5 cm e no tecido foliar da soja e reduziu o Mg no solo e nas folhas. Não houve resposta da soja, em três cultivos, ao calcário e gesso aplicados. Concluiu-se que a aplicação de gesso agrícola, associada ou não à calagem na superfície ou com incorporação, não foi uma estratégia interessante para o estabelecimento da soja no sistema plantio direto, por não ocasionar melhoria na produção de grãos.There has been an increasing interest to search alternatives for the establishment of crops under no-tillage systems in the southern region of Brazil, opening up new areas without soil disturbance. A field trial was

  9. Partição de substâncias húmicas em solos brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lauana Lopes dos Santos

    2013-08-01

    Full Text Available As substâncias húmicas (SH representam o principal reservatório de carbono orgânico total do solo (COT e sua partição entre diferentes frações de solubilidade em meio alcalino ou ácido pode guardar relação com o tipo de solo e manejo adotado. O objetivo deste trabalho foi comparar a partição das SHs, de acordo com profundidade, tipo de solo, bioma e uso do solo no Brasil. Revisou-se a literatura, incluindo teses, dissertações, artigos e resumos em anais de eventos, em busca de dados sobre o teor de COT, sua porcentagem como ácidos húmicos (AH, ácidos fúlvicos (AF e humina (HU e a razão AH/AF. Os dados foram estratificados por intervalos comparáveis de profundidades (0-5, 5-10, 0-20, 20-50, 50-100 e >100 cm, biomas (Mata Atlântica, Cerrado, Amazônia, Pampa e Caatinga, ordem de solo (Argissolo, Latossolo, Cambissolo, Planossolo, Neossolo, Gleissolo e Organossolo e principais usos do solo (florestas nativas, pastagem natural, pastagem plantada, eucalipto, culturas perenes e anuais. Os dados foram analisados por estatística descritiva, correlações de Spearman e análise de componentes principais (ACP. Nos Argissolos, Latossolos e Organossolos, a fração HU contribuiu com metade do COT, tendendo a diminuir em profundidade. Para Latossolos e Organossolos, a fração AF tendeu a aumentar em profundidade. Em Neossolos, a fração AH aumentou em profundidade, embora tenha diminuído em Gleissolos e Planossolos. A razão AH/AF geralmente diminui em profundidade. Pela ACP, não foi possível identificar um padrão de agrupamento das amostras em razão do tipo de bioma e uso do solo, sugerindo que a partição das SHs tem baixo potencial como indicador de efeitos do manejo ou condições ambientais, embora seja útil para discriminar processos de humificação em algumas ordens de solo.

  10. Bradyrhizobium strain and the 15N natural abundance quantification of biological N2 fixation in soybean Estirpe do Bradyrhizobium e quantificação da fixação biológica de nitrogênio em soja utilizando a técnica da abundância natural de 15N

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Guimarães

    2008-01-01

    . japonicum, duas B. elkanii sobre o valor 'B' de soja crescida em vasos em ambiente aberto usando uma equação na determinação da abundância natural de 15N em um solo não enriquecido com 15N, e estimativas da contribuição da FBN derivado do uso da técnica de diluição isotópica de 15N em solo enriquecido com 15N. Para avaliar a fixação de N2 pela soja três plantas referenciam foram crescidas nas mesmas condições. Independente da estirpe de Bradyrhizobium, não foi observada diferença para matéria seca, massa de nódulos e N total entre solo marcado e não marcado. A fixação de N2 em soja crescida nas duas condições de marcação do solo foi semelhante. Os valores médios de 'B' para plantas de soja inoculadas com estirpes de B. japonicum foram, em média, de -1,84 ‰ e -0,50 ‰ enquanto as inoculadas com B. elkanii apresentaram médias de -3,67 ‰ e -1,00 ‰, para parte aérea e planta inteira, respectivamente. Finalmente, o valor 'B' para a cultura da soja variou consideravelmente em função da estirpe de Bradyrhizobium inoculada, sendo mais importante quando se utiliza somente a parte aérea da planta para estimar a proporção do N da planta derivado da fixação de N2.

  11. Fósforo da biomassa microbiana em solos sob diferentes sistemas de manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. S. Rheinheimer

    2000-09-01

    Full Text Available A biomassa microbiana assume papel importante na reciclagem do fósforo em solos tropicais e subtropicais. Este trabalho teve por objetivo quantificar o teor de fósforo armazenado na biomassa microbiana em solos submetidos a diferentes métodos de preparo e sucessões de culturas. Para tal, foram utilizados quatro experimentos, instalados em diferentes locais no Rio Grande do Sul a partir de 1979, envolvendo métodos de preparo do solo e sucessões de culturas. Em 1997, coletaram-se amostras de solos nos sistemas plantio direto e cultivo convencional, com várias sucessões de culturas, em três camadas de solo. O fósforo acumulado na biomassa microbiana foi determinado por fumigação-extração. O fósforo na biomassa não diferiu entre os métodos de preparo do solo no Latossolo Vermelho Distroférrico típico, mas foi maior no sistema plantio direto em comparação ao cultivo convencional no Latossolo Vermelho Distrófico típico e Argissolo Vermelho Distrófico típico. O cultivo de diferentes plantas anuais não afetou os teores de fósforo microbiano. O fluxo anual de P através da biomassa microbiana variou de 8 a 22 mg dm-3 ano-1 e, no Argissolo Vermelho Distrófico típico, foi maior no sistema plantio direto do que no cultivo convencional.

  12. Albedo do Solo abaixo do Dossel em Área de Vochysia divergens Pohl no Norte do Pantanal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonathan Willian Zangeski Novais

    2016-06-01

    Full Text Available Resumo Este artigo analisou o albedo do solosolo abaixo do dossel considerando duas etapas no ciclo hidrológico, a primeira em que o solo estava inundado e a segunda em que o solo estava coberto por serrapilheira acumulada sobre o solo em área inundável de Vochysia divergens Pohl no Pantanal, Brasil. Os valores de αsolo foram calculados pela relação entre as radiação solar global refletida e a incidente medidas abaixo do dossel por meio de estações meteorológicas. A inundação da área ocorreu durante fevereiro a junho e posteriormente houve um aumento gradativo de serrapilheira acumulada sobre o solo. O αsolo variou sazonalmente com maiores valores durante o período seco em que houve um aumento de aproximadamente 42% do αsolo em relação ao período com inundação. Análises de correlação cruzada entre o αsolo e precipitação, umidade do solo e a serrapilheira acumulada sobre o solo explicam em parte a influência direta e/ou indireta sobre o αsolo. A precipitação não influenciou diretamente sobre o αsolo do mês atual, enquanto que a umidade do solo influenciou diretamente sobre o αsolo no mês atual e nos seguintes meses, e a serrapilheira acumulada do solo correlacionou-se positivamente com o αsolo indicando influência direta no mês atual.

  13. Sobrevivência de Bradyrhizobium e Azorhizobium em misturas de solo contaminadas com metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Matsuda

    2002-03-01

    Full Text Available Estudos foram realizados no Departamento de Ciência do Solo da Universidade Federal de Lavras (MG, no período de novembro/1999 a janeiro/2000, com o objetivo de avaliar a sobrevivência de estirpe e isolados de rizóbio em solo contaminado com metais pesados e verificar a relação entre tolerância do rizóbio a metais pesados em meio de cultura e sua sobrevivência em solo contaminado. Foram utilizados os dois microrganismos mais tolerantes [BR-4406 (estirpe recomendada para Enterolobium spp. e UFLA-01-457 (isolado de solo contaminado, ambos pertencentes ao gênero Bradyrhizobium ] e os dois mais sensíveis (UFLA-01-486 e UFLA-01-510, isolados de solo contaminado, pertencentes ao gênero Azorhizobium , todos selecionados de um grupo de 60estirpes/isolados em estudos prévios deste laboratório, em meio de cultura suplementado com metais pesados.Empregaram-se misturas de um Latossolo Vermelho-Escuro (LE que continham 0, 15 e 45% (v/v de um Latossolo Vermelho-Amarelo plíntico contaminado com Zn, Cd, Pb e Cu. As misturas de solo contaminado foram inoculadas com 20mL de cultura em YM na fase log das estirpes mencionadas, as quais foram testadas separadamente com três repetições. A avaliação do número de células viáveis no solo, realizada aos 0, 7, 14, 21 e 28dias de incubação, pelo método das diluições sucessivas e inoculação em placas com meio YMA, revelou comportamento diferenciado entre os organismos estudados. O número médio de células que sobreviveram ao final de 28 dias de incubação foi de (em UFCg-1de solo: 10(10,36, 10(10,29 e 10(9,70, para Bradyrhizobium, e 10(9,36, 10(7,54 e 0, para Azorhizobium em misturas de 0, 15 e 45% de solo contaminado, respectivamente. Portanto, houve maior sobrevivência de Bradyrhizobium do que de Azorhizobium , indicando maior tolerância a metais pesados do primeiro gênero.Como Bradyrhizobium foi também mais tolerante "in vitro", os resultados indicam haver relação entre o

  14. Erosão em sulcos em diferentes preparos e estados de consolidação do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. J. Schäfer

    2001-06-01

    Full Text Available O preparo e a consolidação do solo alteram a sua capacidade em resistir à erosão em sulcos. Com o objetivo de estudar a erosão em sulcos em diferentes preparos e consolidação do solo, conhecer o diâmetro mediano dos sedimentos transportados e determinar a erodibilidade em sulcos (Kr e a tensão crítica de cisalhamento (τc do solo, foi realizado um experimento no campo, em 1997/98, em um Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico arênico. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com seis repetições. Os tratamentos constaram de: preparo convencional recente (CR, preparo convencional consolidado (consolidação de dois meses (CC, plantio direto sem palha (PDS e plantio direto com palha (PDC, 94% de cobertura. Usou-se chuva simulada de intensidade constante (65 mm h-1 até escoamento aproximadamente constante de água no solo. Em seguida, na extremidade superior do sulco, foram adicionadas descargas líquidas (Q crescentes de 0,0002 m³ s-1 até 0,0010 m³ s-1, para os tratamentos CR e CC, e de 0,0004 m³ s-1 até 0,0020 m³ s-1, para os tratamentos PDS e PDC, sendo as amostras coletadas na parte inferior de cada sulco. As parcelas foram delimitadas por chapas metálicas cravadas no solo no sentido do declive (0,20 m de largura por 6,00 m de comprimento. O valor de Kr determinado foi de 0,012 kg N-1 s-1 e o τc foi de 2,61 N m-2. A desagregação, as perdas de solo e o diâmetro mediano dos sedimentos apresentaram a seguinte seqüência em magnitude: CR, CC, PDS e PDC, particularmente nas maiores Q. O regime de escoamento foi turbulento supercrítico, com exceção da primeira Q aplicada, onde o regime foi laminar subcrítico, para o PDC, graças à presença de resíduos culturais, e laminar supercrítico, para os demais tratamentos. A consolidação e a cobertura do solo alteram o regime do escoamento e reduzem a erosão em sulcos e seus efeitos são complementares.

  15. Diversidade genética para qualidade de sementes de soja em diferentes condições de armazenamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Piano Rosa

    2017-03-01

    Full Text Available Os objetivos desse estudo foram avaliar o desempenho e a diversidade genética de cultivares de soja quanto à qualidade fisiológica de sementes submetidas ao armazenamento em câmara fria e em condição ambiental. Foram utilizadas sementes de dez cultivares de soja; o experimento foi disposto em esquema fatorial (2x10, sendo o fator um: dois ambientes de armazenamento e o fator dois: dez cultivares de soja, com quatro repetições em delineamento inteiramente casualizado. Avaliou-se germinação, primeira contagem de germinação, porcentagem de plântulas anormais, índice de velocidade de germinação, teor de água, condutividade elétrica, matéria seca de plântula e comprimento de plântula. Os dados foram submetidos a análise de variância (p < 0,05, teste Scott Knott e análises multivariadas para estudo da diversidade genética. Concluiu-se que a qualidade fisiológica de sementes foi superior no armazenamento em câmara fria em relação ao armazenamento em condição ambiental; os lotes das cultivares FPS Júpiter, FPS Urano, FPS Antares, FPS Netuno e CD 250 apresentaram alta geminação e vigor, sendo indicados como os materiais elites quanto à qualidade fisiológica para os programas de melhoramento; os ambientes de armazenamento influenciaram no agrupamento das cultivares de soja; houve dissimilaridade genética entre as cultivares para os caracteres porcentagem de germinação, índice de velocidade de germinação, primeira contagem do teste de germinação, número de plântulas anormais, condutividade elétrica, massa de matéria seca de plântulas e comprimento de plântula.

  16. Acúmulo de macronutrientes na soja influenciado pelo cultivo prévio do capim-marandu, correção e compactação do solo Macronutrient accumulation in the soybean influenced by prior cultivation of Marandu grass and soil remediation and compaction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos André Silva Souza

    2012-12-01

    Full Text Available O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar o efeito do cultivo prévio do capim-Marandu (Brachiaria brizantha cv. Marandu, da aplicação de corretivos e da compactação do solo no acúmulo de macronutrientes pela soja cultivada em sucessão. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 4 x 6 x 2, com três repetições. Os fatores de estudo foram quatro densidades do solo: 1,0; 1,20; 1,40 e 1,60 Mg m-3; seis tratamentos de correção: 1 controle, sem correção; 2 calcário; 3 silicato de cálcio; 4 gesso; 5 calcário + gesso; 6 silicato de cálcio + gesso; além de dois sistemas de cultivo: com e sem cultivo prévio do capim-Marandu. As unidades experimentais foram compostas por vasos de tubos de PVC de 20 cm de diâmetro, compostos por dois anéis: o anel inferior, de 40 cm de altura, recebeu o solo sob condições naturais e densidade de 1,0 Mg m-3; o anel superior, com 20 cm de altura representando 6,28 dm³, recebeu os tratamentos de densidades, correção e gesso como descrito adiante. Em cada um foram conduzidas três plantas de soja (cv. Conquista até o final do ciclo, quando o acúmulo de macronutrientes pela cultura foi avaliado. Os resultados mostraram que o cultivo prévio do capim-Marandu e o uso de corretivos amenizaram os efeitos negativos da compactação do solo sobre a nutrição da soja. A utilização de corretivos do solo contribuiu para o aumento no acúmulo de macronutrientes na parte aérea da soja, porém o incremento na compactação diminuiu o acúmulo de N, P, K, Ca, Mg e S. A compactação do solo persistiu parcialmente mediante o cultivo prévio com o capim marandu.The present work was developed with the objective of evaluating the effect of the prior cultivation of marandu grass (Brachiaria brizantha cv. Marandu, conditioning applications and soil compaction on macronutrient accumulation in soybeans grown under successive cultivation. The experimental design

  17. Produtividade e qualidade da soja em função da calagem na superfície em semeadura direta Yield and quality of soybean as affected by surface application of lime under a non-tillage system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Fávero Caires

    2003-01-01

    Full Text Available As conseqüências da aplicação superficial de calcário na qualidade da soja cultivada em semeadura direta, com base nas concentrações de óleo, proteína e nutrientes, não são muito conhecidas. Com o objetivo de estudar a produtividade de grãos, óleo e proteína e a composição mineral de grãos de soja, em função da calagem na superfície, em semeadura direta, foi instalado um experimento em Latossolo Vermelho distrófico textura média, em Ponta Grossa (PR. O delineamento experimental empregado foi o de blocos ao acaso, em esquema de parcelas subdivididas, com três repetições. Em julho de 1993, foram aplicadas quatro doses de calcário dolomítico, nas parcelas, em superfície (0, 2, 4 e 6 t.ha-1 e, em junho de 2000, reaplicadas duas doses de calcário dolomítico, nas subparcelas, em superfície (0 e 3 t.ha-1. Avaliaram-se os tratamentos por meio da cultura da soja no ano agrícola de 2001/2002. A aplicação superficial de calcário não alterou a eficiência do processo biológico de fixação de N2, avaliada pela concentração de N nas folhas, a produtividade de grãos, óleo e proteína de soja, apesar da elevada acidez (pH em CaCl2 4,3 e 25% de saturação por bases existente na camada superficial do solo (0-5 cm. A calagem na superfície, em semeadura direta, aumentou o teor de óleo e não alterou a concentração de proteína de soja. Houve aumento de P e Ca e redução de Zn nos grãos de soja, com a calagem na superfície, enquanto os teores de K, Mg, Cu, Mn e Fe não foram alterados. As variações de P e Zn nos grãos estiveram relacionadas (P Effects liming surface application, on soybean grain quality, under non-tillage systems, based on the oil, protein and nutrient contents, are not well defined yet. A field trial was carried out on a dystrophic Red Latosol (Hapludox at Ponta Grossa, State of Paraná, Brazil, to evaluate liming surface application effects, under a non-tillage scheme, on soybean yield, oil and

  18. Eficiência de uso do fósforo em sistemas de manejo do solo e adubação fosfatada por um longo período

    OpenAIRE

    Nunes, Rafael de Souza

    2014-01-01

    Por ser obtido a partir de um recurso natural não renovável, o fertilizante fosfatado deve ser usado de forma a maximizar sua eficiência de uso. No entanto, o melhor entendimento do efeito de práticas agrícolas nesse processo só pode ser obtido em experimentos de longa duração. O objetivo deste trabalho foi compreender os efeitos do sistema de manejo do solo e da adubação fosfatada por um longo período na produtividade de grãos e eficiência de uso do fósforo por soja e milho. Para isso, um La...

  19. Armazenamento de soja em silos tipo bolsa Soybean storage in bag type silos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lêda R. A. Faroni

    2009-03-01

    Full Text Available Avaliaram-se as principais alterações qualitativas de soja armazenada em silos tipo bolsa e do óleo bruto extraído de soja com teores de água de 17,4% e 13,3%, armazenada em dois silos tipo bolsa, por 180 dias. Realizaram-se amostragens no dia do enchimento das bolsas, aos 30; 90 e 180 dias de armazenamento. Analisaram-se o teor de água, a condutividade elétrica, o percentual de germinação, a massa específica aparente da soja, além do teor de ácidos graxos livres e o índice de peróxido do óleo bruto extraído dela. Os teores de água da soja armazenada úmida e seca mantiveram-se próximos dos valores obtidos no início do período de armazenamento. Observou-se tendência de elevação da condutividade elétrica e decréscimo do percentual de germinação somente na soja úmida, principalmente após 90 dias de armazenamento. Não foi verificado decréscimo da massa específica aparente do material armazenado úmido e seco. Com relação aos parâmetros qualitativos do óleo bruto, observou-se que os valores obtidos se mantiveram abaixo do limite máximo exigido pela legislação para a comercialização de óleo bruto de soja. Pode-se concluir que os silos tipo bolsa representam alternativa viável do ponto de vista qualitativo para armazenagem de soja, e esse tipo de estrutura não ocasiona alterações qualitativas significativas no óleo bruto obtido desse material, em condições similares àquelas deste estudo.This study reports major qualitative changes in the soybean grains and the extracted crude oil when stored in bag type silos. Grains with moisture content of 17.4 or 13.3% were stored in two bag type silos. Samples were taken 30, 90 and 180 days of storage , to determine moisture content, electric conductivity of the grain leachate, germination percentage, apparent specific grain mass, and free fatty acid content, and peroxide index of the crude oil extracted from these grains. The wet and dry grains remained with

  20. Redução da erosão hídrica em três sistemas de manejo do solo em um Cambissolo Húmico da região do Planalto Sul-Catarinense Reduction of water erosion in three soil management systems in an Inceptisol of the Planalto Sul-Catarinense region - Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Júlio do Amaral

    2008-10-01

    Full Text Available O preparo do solo situa-se entre os componentes de seu manejo mais importantes no processo de produção das plantas cultivadas, sendo normalmente usado para criar ambiente favorável à semeadura e germinação das sementes e ao crescimento das plantas. Em adição, ele é o principal responsável pela criação das condições físicas superficiais do solo que, em última análise, determinam a eficácia de redução da erosão e do escoamento superficial dos diversos sistemas de manejo empregados no estabelecimento de uma cultura, em um local. Considerando esses aspectos, realizou-se um estudo de erosão em campo, sob condições de chuva natural, no município de Lages (SC, na região fisiográfica do Planalto Sul-Catarinense, no período de novembro de 2002 a outubro de 2005. O objetivo principal da pesquisa foi quantificar as perdas de água e solo nos ciclos culturais do trigo (Triticum aestivum L. e da soja (Glycine max L., usando os sistemas de manejo de solo convencional (aração+duas gradagens, reduzido (escarificação + uma gradagem e sem preparo (semeadura direta, com vistas à determinação da eficácia de redução da erosão e do escoamento superficial dessas formas de manejo do solo. O experimento foi instalado em um Cambissolo Húmico alumínico léptico, apresentando textura superficial franco-argilo-siltosa e declividade média de 0,102 m m-1. Avaliaram-se características de planta e erosão hídrica em cinco estádios de desenvolvimento das culturas, definidos com base na percentagem de cobertura do solo pelo dossel das plantas. A quantidade total de chuva foi praticamente a mesma (cerca de 650 mm em ambos os ciclos culturais, porém com alguma diferença na sua distribuição, tendo se concentrado mais no período que vai do intermediário ao final na cultura do trigo e no período inicial na cultura da soja. Este último comportamento se repetiu em relação à erosividade das chuvas, mas com os valores absolutos tendo

  1. Microbiota do solo em vinhedos agroecológico e convencional e sob vegetação nativa em Caxias do Sul, RS.

    OpenAIRE

    Rech, Morgana; Pansera, Márcia Regina; Sartori, Valdirene Camatti; Ribeiro, Rute Terezinha da Silva

    2013-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto de diferentes formas de manejo agrícola na produção de videiras sobre a microbiota do solo. Foram feitas duas coletas de solo em um vinhedo sob manejo agroecológico, um vinhedo sob manejo convencional e em área de mata nativa em Caxias do Sul, RS. A partir da diluição do solo e plaqueamento em meios de cultura, quantificou-se a população microbiana e foram identificados os gêneros de fungos filamentosos. O solo sob vegetação nativa apresentou ma...

  2. Efeito de sistemas de manejo de solo e de rotação de culturas na fertilidade do solo, após vinte anos Soil tillage and crop rotation systems on soil fertility attributes after twenty years

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Pereira dos Santos

    2008-01-01

    Full Text Available No Brasil, ainda são escassos os estudos disponíveis com experimentos de longa duração em sistemas de manejo de solo e de rotação de culturas. Após vinte anos (1985 a 2005, a fertilidade de solo foi avaliada, em Latossolo Vermelho distrófico típico, em Passo Fundo (RS, em quatro sistemas de manejo de solo (SMSs - 1 plantio direto (PD, 2 cultivo mínimo (CM, 3 preparo convencional de solo com arado de discos e com grade de discos (PCD e 4 preparo convencional de solo com arado de aivecas e com grade de discos (PCA - e em três sistemas de rotação de culturas (SRCs: I (trigo/soja, II (trigo/soja e ervilhaca/milho e III (trigo/soja, ervilhaca/milho e aveia branca/soja, incluindo como testemunha um fragmento adjacente de floresta subtropical (FST. O delineamento experimental foi em blocos completos ao acaso, com parcelas subdivididas e três repetições. As parcelas (4 x 90 m no total de 12, foram constituídas pelos SMSs, e as subparcelas, pelos SRCs (4 x 10 m, no total de 72. Os valores de pH, carbono, P extraível e K disponível diferiram entre os SMSs. No PD, houve acúmulo de carbono orgânico, P e K, na camada superficial. Não houve diferença do nível de matéria orgânica (MOS entre PD e FST, em todas as camadas estudadas. O nível de MOS e os teores de P e K foram mais elevados na camada 0-0,05 m, quando comparados com os observados de 0,15-0,20 m de profundidade, sob PD e nas rotações II e III. Observou-se que em FST os valores de pH, Ca, P e de K foram menores do que os dos SMSs e SRCs.Long term field studies on crop rotation and soil tillage systems under Brazilian conditions are scarce. Soil fertility characteristics were assessed after twenty years (1985 to 2005 on a typical dystrophic Red Latosol located in Passo Fundo, in Rio Grande do Sul, the southernmost state of Brazil. Four soil tillage systems (STS - 1 no-tillage, 2 minimum tillage, 3 conventional tillage using disk plow followed by disk harrow, and 4

  3. Evolução do processo de ocupação da soja de 2000 a 2006 em Campo Novo dos Parecis - Mato Grosso, através do sensoriamento remoto Evolução do processo de ocupação da soja de 2000 a 2006 em Campo Novo dos Parecis - Mato Grosso, através do sensoriamento remoto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lunalva Moura Schwenk

    2008-12-01

    2006, apresentando também incremento na vegetação alterada e com remanescente. Este município já se encontrava consolidado pela soja em 2000, de forma que, praticamente não tinha mais pra onde expandir a soja. Parte deste incremento foi pela substituição das pastagens bovinas em área de cultivo da soja, parte pelo desmate da vegetação natural e também pela ocupação da terra indígena Utiariti que tem uma grande parcela de sua reserva localizada neste município. Em 2000, esta parte da reserva, encontrava-se preservada deste tipo de ocupação, obtendo apenas a cultura tradicional que era de 1,28% subindo para 6% em 2006 com a soja mecanizada. A parceria com os grandes produtores e os indígenas na incorporação desta economia mecanizada e altamente tecnificada, resulta no desmatamento e fragmentação do cerrado, com tendências a aumentar a cada ano, em áreas que antes eram refúgios e que proporcionava a preservação desta formação que rapidamente está desaparecendo do país. Assim como, o agravamento das desigualdades culturais e sociais já existentes entre os mesmos e as manifestações de prostituição e de doenças como a Aids, sífilis e também, das drogas. A ocupação produtiva da soja tem simplificado e fragmentado a cobertura vegetal natural com perdas na biodiversidade e de espécies de alto valor econômico, industrial e farmacêutico. Também, contribuído para os processos erosivos, perdas de solo e o assoreamento e mudança no regime hidrológico dos rios, assim como a contaminação tanto das águas quanto dos solos causados pelo uso dos agrotóxicos. 

  4. Monitoramento do percevejo marrom Euschistus heros (Hemiptera: Pentatomidae por feromônio sexual em lavoura de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valvenarg Pereira da Silva

    2014-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência das formulações septo de borracha e lure do feromônio sexual do percevejo marrom Euschistus heros e compará-la ao método do pano de batida, para o monitoramento dessa praga em lavoura de soja. Os tratamentos foram: feromônio em septo de borracha, feromônio em lure e amostragem com pano de batida. As amostragens foram realizadas semanalmente durante a fase reprodutiva da soja (dez semanas. Para estimar a densidade populacional de percevejos e compará-la à captura nas armadilhas de feromônio, foram efetuados quatro panos de batida por semana em todas as parcelas; além disso, foi determinado o número de percevejos capturados nas armadilhas por semana. Os danos provocados pelos percevejos nas sementes foram analisados pelo teste de tetrazólio. As formulações do feromônio foram eficientes na captura de E. heros, e a formulação em lure capturou mais percevejos. O controle precoce da população, indicado pelo nível de controle nas armadilhas com feromônio, resultou em sementes com maior qualidade do que as provenientes das parcelas monitoradas pelo pano de batida. Assim, as armadilhas com feromônio são mais eficientes que o pano de batida para o monitoramento das populações de percevejos durante a fase crítica do ataque deste inseto nas lavouras de soja.

  5. Cultivares de soja em sucessão ao trigo nos sistemas convencional e plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Martins Abdao dos Passos

    2014-10-01

    Full Text Available A adequada escolha de cultivares de soja é preponderante para o máximo desempenho das lavouras. Desta forma, o objetivo do trabalho foi avaliar, durante dois anos agrícolas, a produtividade e alguns atributos agronômicos de cultivares de soja em sistemas de cultivo (plantio direto e convencional em sucessão à cultura de trigo irrigado na região de cerrado do Sul de Minas Gerais. Utilizou-se o delineamento estatístico de blocos ao acaso disposto em parcelas subdivididas, com três repetições, avaliando-se alguns atributos agronômicos de 15 cultivares de soja, semeadas no verão, nas subparcelas. As cultivares testadas, independentes dos anos agrícolas, influenciaram na produtividade de grãos e os atributos agronômicos altura de plantas e de inserção da primeira vagem. No primeiro ano, as cultivares DM 339 e a TMG 103RR apresentaram as maiores produtividades nos dois sistemas de cultivo. No sistema convencional, também sobressaíram-se as cultivares DM Nobre, Monsoy 6101, Conquista e Pintado. Enquanto que Emgopa 313 e Monarca destacaram-se no sistema de plantio direto. No segundo ano, as maiores produtividades foram da Valiosa RR, DM118 e Vencedora variando de 2336 a 2503 kg ha-1. O sistema de cultivo convencional proporcionou aumentos significativos na produtividade de grãos no primeiro ano agrícola. Entretanto, na safra seguinte, os sistemas não diferiram entre si, demonstrando, dessa forma, que o sistema plantio direto ao se consolidar, tende à melhorar as condições produtivas dos agroecossistemas com reflexos positivos sobre a produtividade de grãos da cultura da soja.

  6. Alterações de atributos químicos e biológicos de solo e rendimento de milho e soja pela utilização de resíduos de curtume e carbonífero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferreira A. S.

    2003-01-01

    Full Text Available Resíduos gerados por curtumes e pela exploração de carvão mineral são produtos potencialmente poluentes em várias regiões do Brasil, principalmente nos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. O presente trabalho foi realizado no campo com o objetivo de avaliar o efeito da adição de resíduos de curtume e rejeito carbonífero sobre o solo e sobre as plantas cultivadas em um Argissolo Vermelho distrófico típico da Estação Experimental Agronômica da UFRGS, localizada no município de Eldorado do Sul (RS. O experimento foi realizado no ano agrícola de 1996/97, em parcelas de 70 m², cultivando-se soja (Glycine max L. Merrill e milho (Zea mays L.. Tratamentos com a adição de 21,3 e 42,5 t ha-1 de lodo de curtume (LC com adubação fosfatada e potássica na forma mineral foram comparados com o tratamento com adubação mineral completa (NPK mais correção da acidez do solo e com a testemunha absoluta. Foram estudados também: (a adição de resíduo carbonífero (106 t ha-1 mais adubação mineral; (b resíduo carbonífero (106 t ha-1 mais lodo de curtume (21,3 t ha-1 com adubação fosfatada e potássica; (c serragem cromada (29 t ha-1 mais adubação mineral (NPK, e (d Cr mineral (125 kg ha-1 mais lodo de curtume (21,3 t ha-1 com adubação fosfatada e potássica. Foram avaliadas as alterações químicas e biológicas do solo, bem como os efeitos da aplicação dos resíduos sobre o rendimento e absorção de metais pelas plantas. A adição de LC aumentou o valor de pH e o teor de Ca trocável do solo. Não foram constatadas alterações nas concentrações dos metais Cu, Cd, Pb e Ni no solo, aumentando, entretanto, significativamente os teores de Cr. A atividade microbiana avaliada pela produção de CO2 foi estimulada pela adição dos resíduos, mas a população de bactérias, fungos e ctinomicetos não foi afetada. A adição de LC propiciou rendimentos de soja e milho semelhantes aos com adição de fertilizante

  7. Efeito da umidade do solo sobre a capacidade de Canavalia ensiformis e Stizolobium aterrimum em remediar solos contaminados com herbicidas Effect of soil humidity on Canavalia ensiformis and Stizolobium aterrimum capacity of remediating soils contaminated by herbicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.F. Belo

    2007-01-01

    L utilizados na primeira etapa e colocadas em vasos de 0,5 L. Em seguida, cultivaram-se as espécies indicadoras de resíduo dos herbicidas no solo: sorgo (Sorghum bicolor para o trifloxysulfuron-sodium e soja (Glycine max para o tebuthiuron. Estas plantas foram colhidas 20 dias após a semeadura, época em que se avaliaram a altura, a MSPA e o grau de intoxicação delas pelos herbicidas. Canavalia ensiformis não sobreviveu até a época de avaliação (60 DAS em solo contaminado pelo tebuthiuron, independentemente do nível de umidade mantido no solo. S. aterrimum sobreviveu quando cultivada em solo com teor de água entre 0,287 e 0,358 kg kg-1 e, quando comparada a C. ensiformis, foi mais eficiente na descontaminação do solo com residual do tebuthiuron. Nos solos contaminados com trifloxysulfuron-sodium ou com tebuthiuron, com o cultivo prévio das espécies remediadoras, o crescimento do sorgo e da soja foi melhor se comparado ao daquelas plantas cultivadas no solo onde não foi feito o cultivo das espécies remediadoras. De maneira geral, a variação da umidade não interferiu no processo de remediação, sendo os efeitos observados no desenvolvimento das espécies remediadoras. O melhor desenvolvimento de C. ensiformis e S. aterrimum foi observado em solo com teor de água mantido em torno de 0,431 kg kg-1; contudo, nesse teor de água, o tebuthiuron é mais facilmente disponibilizado para a solução do solo.This paper aimed to evaluate the effect of soil humidity on Canavalia ensiformis and Stizolobium aterrimum capacity of remediating soil contaminated with tebuthiuron and trifloxysulfuron-sodium. The experiment was divided into two stages. In the first stage, soil at different levels of humidity were used, contaminated or not with herbicide, to evaluate C. ensiformis and S. aterrimum growth. Treatments consisted of a combination of tebuthiuron, trifloxysulfuron-sodium and herbicide absence, associated to four levels of soil water content (0.287, 0

  8. Agregação e estabilidade de agregados do solo em sistemas agropecuários em Mato Grosso do Sul Soil aggregation and aggregate stability under crop-pasture systems in Mato Grosso do Sul state, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio Cesar Salton

    2008-02-01

    Full Text Available Sistemas de manejo do solo, incluindo lavouras em plantio direto, lavouras (soja em rotação com pastagens em plantio direto e pastagens permanentes (Brachiaria sp., foram avaliados quanto à agregação do solo e estabilidade dos agregados. Em três experimentos de longa duração (9 e 11 anos localizados em Mato Grosso do Sul, o solo foi amostrado nas camadas de 0 a 5, 5 a 10 e 10 a 20 cm, para determinação da estabilidade dos agregados em água e a seco. Foram calculados o diâmetro médio ponderado (DMP e o índice de estabilidade dos agregados (IEA. Em todos os experimentos, nos sistemas com pastagens, seja de forma isolada ou em rotação com lavouras, foi verificado maior volume do solo, constituindo agregados com tamanho superior a 4,76 mm. Os sistemas com pastagens também apresentaram maior DMP e maior IEA em todos os experimentos. O sistema apenas com lavouras apresentou, nos três experimentos, o maior volume de solo com agregados de tamanho entre 0,25 e 2,00 mm. Esses efeitos ocorreram de forma semelhante em todas as profundidades avaliadas. Entre os locais, observou-se o efeito do teor de argila na agregação, sendo maior em Maracaju e menor em Campo Grande. Foi observada estreita relação entre a estabilidade dos agregados e o teor de C no solo. A formação de macroagregados parece estar relacionada à presença de raízes, que são mais abundantes sob pastagem de gramíneas.Soil management systems, with crops under no-tillage (NT, crops (soybean in rotation with pastures under NT and permanent pastures (Brachiaria sp., were evaluated for soil aggregation and aggregate stability. Three long-term experiments (9 and 11 years in the state of Mato Grosso do Sul were sampled in the layers 0-5, 5-10 and 10-20 cm for determination of the aggregate stability in wet and dry sieving. The mean weight diameter (MWD and the aggregate stability index (IAS were calculated. In all experiments, the greatest soil volume was verified in the

  9. Organic matter in a dystroferric Red Latossol under no-tillageMatéria orgânica em um Latossolo Vermelho distroférrico sob sistema plantio direto consolidado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cinthia Raquel Mancin

    2013-05-01

    éria orgânica do solo têm sido considerados a melhor alternativa para que isto se reverta e resulte em produções sustentáveis. O objetivo deste trabalho foi avaliar diferentes frações da matéria orgânica do solo, e o carbono e nitrogênio contido nestes compartimentos, num Latossolo Vermelho distroférrico, muito argiloso, em diferentes rotações de culturas e em diferentes profundidades do solo sob plantio direto consolidado, no município de Dourados, MS. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com três repetições, e os tratamentos organizados num esquema fatorial 5x4, sendo cinco sistemas de rotação de culturas: 1- ervilhaca+aveia+nabo/ soja/ nabo/ milho/ ervilhaca+aveia+nabo/ soja, 2 – girassol/ soja/ ervilhaca+aveia+nabo/ milho/ girassol/ soja, 3 – aveia/ soja/ girassol/ milho/ aveia/ soja, 4 – ervilhaca+aveia/ soja/ braquiária/ milho/ braquiária/ soja, 5- ervilhaca/ soja/ ervilhaca/ milho/ ervilhaca/ soja; e quatro profundidades do solo: 0-5, 5-10, 10-15, 15-20 cm. Foi utilizado o fracionamento granulométrico para determinação da fração particulada da matéria orgânica (MOP, e o carbono (C-MOP e nitrogênio (N-MOP nela contidos. Concluiu-se que os teores de C-MOP, seu estoque no solo e os teores de nitrogênio no solo não são influenciados pelos diferentes sistemas de rotação de culturas. A rotação de cultura 4 proporciona maiores teores e estoques de carbono orgânico total (COT, carbono associado aos minerais do solo (C-MOM e maior relação C/N total e associada aos minerais do solo. A maior concentração de COT, C- MOP, C-MOM, nitrogênio total, N-MOP e nitrogênio associado aos minerais do solo (N-MOM é verificada na profundidade de 0 a 5 cm.

  10. Qualidade e rendimento de sementes de soja produzidas sob cultivo orgânico em plantio direto e preparo reduzido do solo = Quality and production of soybean seeds in no tillage and reduced tillage soil systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia de Medeiros

    2006-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar a qualidade das sementes de soja em cultivo orgânico sob dois sistemas de manejo do solo, plantio direto e preparo reduzido do solo (escarificação + gradagem na região Oeste do Paraná. Foram utilizados 6 tratamentos para o controle de pragas mais uma testemunha (1.Baculovirus anticarsia; 2.Baculovirus anticarsia + Extrato de Cinamomo; 3.Extrato de Cinamomo; 4.Bacillus thurigiensis; 5.Óleo de Neen; 6.Composto A; 7.Testemunha. Os parâmetros avaliados foram teor de água, peso de100 sementes, porcentagem de germinação, vigor determinado pelo envelhecimento acelerado e teste de tetrazólio e também rendimento de sementes. Os dados obtidos foram analisados pelo teste de Scott – Knott a 5% de significância e permitiram concluir que o alto grau dedeterioração das sementes, provocado pela baixa eficiência dos tratamentos, contribuiu para o decréscimo da qualidade. O sistema de manejo do solo não influenciou no rendimento de sementes e o tratamento com Composto A apresentou maior rendimento.This trial aimed at determining soybean seeds quality in an organic production under two soil management systems: no tillage and reduced tillage (scarification + grading in western region of the State of Paraná. Six treatments were designed to control some weeds plus one check treatment (1.Baculovirus anticarsia; 2.Baculovirus anticarsia +cinnamon extract; 3.Cinnamon extract; 4.Baculovirus thurigiensis; 5.Neen oil; 6.Composite A; 7.Check treatment. Parameters as water content, weight of one hundred seeds, seedling percentage, seeds vigor determined by fast aging, triphenyl tetrazolium chloride andseedling yield were evaluated. The data were analyzed by the Scott Knott test – 5% of significance – which allowed to conclude that the high level of seedling deterioration, derived from the low efficiency of treatments, contributed to the decreased seed quality. However, the soil tillage system did not influence

  11. EFEITO DA TRIFLURALINA SOBRE A ATIVIDADE BIOLÓGICA EM DOIS SOLOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ecila Maria Nunes Giracca

    1991-12-01

    Full Text Available A influência da Trifluralina 600 CE sobre a atividade microbiana e taxa de liberação de CO2 foi estudada com amostras de solos da Unidade de Mapeamento São Pedro e Cruz Alta, incubados a 80% da capacidade de campo ou saturados, com tratamentos equivalendo a 2 e 4 litros por hectare, com cinco repetições, durante 140 dias. A cada sete dias foram efetuadas titulações de CO2 liberado. Posteriormente foi executado bioensaio com Sorghum bicolor L. Moench para análise da persistência do produto no solo. O herbicida nas dosagens usadas não afetou a atividade microbiana. A persistência do herbicida mostrou diferença significativa entre plântulas anormais para os dois solos em capacidade de campo, o mesmo não ocorrendo quando a germinação foi em solos saturados.

  12. Diagnóstico e desenvolvimento inicial de mamoneira em solos de áreas degradadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivaldo Vital Santos

    2015-08-01

    Full Text Available A degradação do solo no semiárido também ocorre pelo desmatamento da Caatinga e pela remoção da camada superficial do solo, cujo destino é a indústria de cerâmica ou olarias. O presente trabalho objetivou avaliar o crescimento da mamoneira em solos degradados. Os tratamentos consistiram de solos degradados: subsolo degradado-1, subsolo degradado-2 e área desmatada; quatro doses de fósforo (0, 100, 200, 300 mgkg-1 P, com três repetições. As testemunhas absolutas, sem fósforo, corresponderam ao solo salinizado não corrigido, solo-1 não degradado, solo-2 não degradado e solo de caatinga não desmatada. O solo degradado por sais, o subsolo-2, recebeu correção com gesso agrícola, foi incubado e lavado. Os resultados demonstraram que a análise do subsolo degradado revelou alta salinidade e baixos teores de fósforo e matéria orgânica, o subsolo degradado salino exige correção com gesso para tornar possível o cultivo da mamona em caatinga desmatada e subsolos degradados. As doses de fósforo não promoveram desenvolvimento significativo em mudas de mamona.

  13. AVALIAÇÃO DA COMPOSIÇÃO CENTESIMAL, DIGESTIBILIDADE E ATIVIDADE INIBITÓRIA DE TRIPSINA EM PRODUTOS DERIVADOS DE SOJA (GLYCINE MAX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. I. BERNO

    2008-11-01

    Full Text Available

    O trabalho teve como objetivo comparar produtos comerciais à base de soja, com grãos de soja orgânica cozidos, quanto à composição centesimal, digestibilidade de proteína e atividade inibitória de tripsina. Os produtos testados foram proteína texturizada de soja, substitutos cárneos e bebidas à base de soja, sendo avaliadas a composição centesimal, a digestibilidade de proteína e a atividade inibitória de tripsina. Os resultados foram expressos em base seca e realizado teste de Tukey (p= 0,05 para diferenças entre médias. Os produtos analisados apresentaram composição nutricional muito diferenciada em relação ao grão integral e alta digestibilidade de proteínas. A quantidade de inibidores de tripsina para os produtos em geral foi baixa, indicando que este fator antinutricional não tem importante infl uência nestes produtos. Pode-se concluir que, embora todos sejam produtos derivados de soja, há variação na quantidade de nutrientes disponíveis, devido ao tipo de processamento e adições realizadas.

  14. Sílica solúvel em solos Soluble silica in soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo van Raij

    1973-01-01

    Full Text Available Determinou-se a silica solúvel nos horizontes superficial e B2 de 44 perfis de solos do Estado de São Paulo. A extração da silica com solução 0,0025M de cloreto de cálcio evitou a dispersão dos solos e forneceu resultados em média apenas 8% menores do que a silica solúvel em água. Os resultados variaram de 2,2 a 92,2 ppm de SiO2. Verificou-se que, para solos com teores semelhantes de argila, os teores de silica solúvel foram maiores para solos com horizonte B textural, quando comparados com solos de horizonte B latossólico. Dentro dos agrupamentos de solos com horizonte B textural e horizonte B latossólico, os teores de silica solúvel foram maiores para os solos mais argilosos. Não foi observada relação entre silica solúvel e o pH dos solos.The extraction of soluble silica of soils with 0.0025M calcium chloride solution avoided dispersion of clay and results were on the average only 8% lower than water soluble silica. The results for surface and B2 horizons of 44 soil profiles of the State of São Paulo varied between 2.2 and 92.9 ppm of SiO2. For soils with similar clay contents, soluble silica was higher for soil with argillic B horizons as compared with soils with oxic B horizons. Within each group of soils, higher soluble silica results were associated with higher clay contents. Soluble silica apparently was not related to soil pH.

  15. PERFORMANCE DE FERTILIZANTES FOLIARES E CORRELAÇÕES LINEARES EM COMPONENTES DO RENDIMENTO DA SOJA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Jardel Szareski

    2017-01-01

    Full Text Available O objetivo foi avaliar a resposta de diferentes fertilizantes foliares aplicados na cultura da soja e as associações lineares entre os componentes do rendimento de grãos, nas condições edafoclimáticas da Região do Alto Uruguai, RS. O experimento foi conduzido em delineamento de blocos casualizados, com três repetições. Os tratamentos testados foram: T1: sem aplicação de bioestimulantes; T2: aplicação de NITAMIN®; T3: aplicação de BIOZIME®; T4: aplicação de Bioamino Extra®; T5: Aplicação de NIPHOKAN®, onde avaliou-se os componentes do rendimento de grãos da soja. A aplicação de micronutrientes e bioestimulantes via foliar não acarreta em aumento no rendimento de grãos da soja, para as condições edafoclimáticas da Região do Alto Uruguai. O rendimento de grãos apresenta correlação positiva com o número de ramificações, número de legumes nas ramificações, número total de legumes, número de grãos por planta e massa de mil grãos.

  16. Produtividade da soja correlacionada com a porosidade e a densidade de um Latossolo Vermelho do cerrado brasileiro Soybean yield correlated with the porosity and the density of a red Latosol of the Brazilian Savanna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Andreotti

    2010-03-01

    Full Text Available No ano agrícola de 2004/05, na Fazenda Experimental da FE/Unesp-Campus de Ilha Solteira, localizada no Município de Selvíria, Mato Grosso do Sul - (MS, foram estudadas a variabilidade e a dependência espacial entre a macroporosidade (MA, a microporosidade (MI, a porosidade total (PT e a densidade do solo (DS, em três profundidades, com a produtividade da soja (PG, em sistema plantio direto, sobre um Latossolo Vermelho distroférrico. O objetivo foi pesquisar a variabilidade e as correlações lineares e espaciais entre os atributos da planta e do solo, visando a selecionar um indicador da qualidade física do solo para a produtividade da soja. Foi instalada a malha geoestatística, para a coleta de dados do solo e da planta, contendo 124 pontos amostrais, numa área de 4.000m². A correlação linear entre a produtividade de grãos de soja com os atributos do solo estudados foi baixa. Houve correlação espacial direta entre a PG e a MA nas camadas de zero-0,10m e 0,10-0,20m. A macroporosidade do solo (MA1, avaliada na camada de zero-0,10m, apresentou-se como o melhor indicador da qualidade física do solo quando destinada à avaliação da produtividade de soja, nas condições de plantio direto, em solo de cerrado.The variability and the spatial dependence attributes of the following plant and soil: a the soybean yield (SY in no-tillage and irrigated, b the macroporosity (MA, c microporosity (MI, d total porosity (TP, e and bulk density (BD, in depths of 1 (0-0.10m, 2 (0.10-0.20m and 3 (0.20-0.30 m, in a Red Latosol of the Engineering college of the São Paulo State University (FE/UNESP in the Ilha Solteira campus, located in Selvíria County, Mato Grosso do Sul state, Brazil, were analyzed in the agricultural year of 2004/05. The main goal was to study the variability and the linear and spatial correlations among the attributes (plant and soil, aiming to select an index of soil physical quality with good capacity to represent the soybean

  17. Soybean yield and quality a function oflime and gypsum applications Produção e qualidade da soja em função do calagem e aplicação de gesso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Fávero Caires

    2006-08-01

    ção de calcário e gesso em plantio direto. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos completos ao acaso em parcelas subdivididas, com três repetições. Nas parcelas, os tratamentos com calcário dolomítico foram: testemunha (sem calcário, calcário parcelado na superfície (três aplicações anuais de 1,5 Mg ha-1, calcário na superfície (4,5 Mg ha-1 e calcário incorporado (4,5 Mg ha-1. As subparcelas receberam quatro doses de gesso: 0, 3, 6 e 9 Mg ha-1. A cultura da soja foi avaliada nos anos agrícolas de 20022003 e 20032004. Após 58 meses, a correção da acidez pela calagem na superfície, com ou sem parcelamento, foi mais acentuada na camada superficial do solo (00,05 m e houve maior reação nas profundidades de 0,050,10 e 0,100,20 m quando o calcário foi incorporado. A calagem superficial ou incorporada não influenciou a produção de grãos e as concentrações de óleo e proteína de soja. O gesso melhorou as condições químicas do subsolo, aumentando o pH (CaCl2 0,01 mol L-1 e os teores de Ca2+ e S-SO4(2-, e causou lixiviação de Mg2+ trocável no solo. A aplicação de gesso não alterou a produção de grãos, mas melhorou a qualidade da soja, ocasionando aumento nas concentrações de proteína e de S, em 20032004, e de P, K e Ca nos grãos, nos dois anos de cultivo. O uso de gesso em cultivo de soja no plantio direto pode ser de grande importância para campos de produção de sementes.

  18. Mycorrhizal colonization, spore density and diversity of arbuscular mycorrhizal fungi in Cerrado soil under no-till and conventional tillage systemsColonização micorrízica, densidade de esporos e diversidade de fungos micorrízicos arbusculares em solo de Cerrado sob plantio direto e convencional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luiz Rodrigues Torres

    2012-04-01

    da superfície específica de absorção do sistema radicular das plantas. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a colonização micorrízica, densidade de esporos e a diversidade de FMAs na rizosfera de milho e soja cultivados sob plantio direto com diferentes plantas de cobertura e comparadas a uma área de preparo convencional e pousio, em Uberaba, MG. As culturas de milho e soja foram rotacionadas com milheto, crotalária e braquiária. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com parcelas subdivididas. O experimento foi implantado em 2000 e, em 2007 avaliou-se a colonização radicular por FMAs (COL e densidade de esporos no solo (ESP nas profundidades de 0,0-0,05 m e 0,05-0,10 m, já a avaliação da diversidade de FMAs foi na profundidade de 0,0-0,10 m. Verificou-se que houve efeito significativo das culturas sobre COL e ESP. Entretanto, o efeito das coberturas e do manejo foi verificado apenas em 0,0-0,05 m. As raízes de milho apresentam maiores porcentagens de COL e ESP quando comparado com a soja, para as coberturas de braquiária e milheto. A colonização micorrízica da soja e do milho na área de Cerrados foi acima de 80% para soja e 95% para o milho. O sistema de preparo convencional do solo apresentou o menor número de espécies de FMAs em relação às coberturas de milheto e braquiária, em sistema plantio direto com milho e soja. A análise de componentes principais com algumas variáveis químicas, físicas e biológicas do solo evidencia a separação das áreas avaliadas, sendo as variáveis COL e ESP eficientes na separação das áreas em cultivo, para as condições do presente estudo.

  19. Disponibilidade de cobre e zinco em solos do sul do Brasil Availability of copper and zinc in soils from southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Bortolon

    2009-06-01

    Full Text Available O estudo da eficiência de soluções extratoras multielementares para avaliação da disponibilidade de nutrientes do solo às plantas tem aumentado. O uso dessas soluções aumenta a eficiência dos laboratórios de análise de solo devido à redução de procedimentos analíticos. Além disso, a determinação de nutrientes por espectrometria de emissão ótica por plasma induzido (ICP-OES tem aumentado nos últimos anos, visando principalmente à redução dos procedimentos analíticos e dos limites de detecção. Com os objetivos de selecionar métodos de extração e verificar a eficiência para avaliar a disponibilidade de Cu e Zn para as plantas, foram realizados estudos em casa de vegetação e em laboratório. Em casa de vegetação, amostras de solos representativos do Estado do Rio Grande do Sul foram cultivadas, em vasos de 11 dm³ (a céu aberto, com plantas de milho (Zea mays, por 45 d e, em sequência, com soja (Glycine max, por mais 45 d. Os métodos estudados para extração de Zn e Cu foram: HCl 0,1 mol L-1 (HCl, Mehlich-1 (M1 e Mehlich-3 (M3. Os coeficientes de determinação obtidos entre as quantidade de Cu absorvida pelas plantas e o extraído pelos diferentes métodos foram: HCl = 0,56**, M1 = 0,35*; M3 = 0,46** para as plantas de milho; e HCl = 0,66**, M1 = 0,43*, M3 = 0,93** para as de soja. Para o Zn absorvido pelas plantas e o extraído pelos diferentes métodos, foram: HCl = 0,18*, M1 = 0,32**, M3 = 0,10* e HCl = 0,37*, M1 = 0,36**, M3 = 0,31*, respectivamente para as plantas de milho e de soja. Os métodos tiveram baixa capacidade preditiva na avaliação da disponibilidade de Cu e de Zn para as plantas.The study of the efficiency of multielement extractant solutions to assess the availability of soil nutrients for plants has increased recently. The use of these solutions increases the efficiency of soil analysis laboratories by simplifying analytical procedures. Furthermore, the determination of nutrients by

  20. Propriedades físicas do solo em função de manejos em lavouras de cafeeiro conilon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teóphilo André Maretto Effgen

    2012-06-01

    Full Text Available Os solos de uso agrícola estão sujeitos a modificações em suas propriedades, de acordo com o tipo de uso e sistemas de manejo adotados. Este trabalho teve como objetivo avaliar, em diferentes locais de amostragem, as propriedades físicas de solos cultivados com lavouras cafeeiras, sob distintos manejos, no sul do Estado do Espírito Santo. Foram realizadas amostragens nas camadas de 0,00-0,20 m e 0,20-0,40 m, na parte superior da projeção da "saia" do cafeeiro, em relação ao sentido de declive do terreno. Foram utilizadas, para o estudo, lavouras representativas da região sul do Estado, apresentando a mesma classe de solo (Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico, relevo forte ondulado, tendo os seguintes manejos: M1 - irrigação por gotejamento, calagem a cada dois anos, adubação, roçadas e uso da palha de café; M2 - adubação, roçadas e capinas; M3 - capinas e roçadas. Em cada manejo, foram avaliados os seguintes locais de amostragem: TS - terço superior, TM - terço médio; TI - terço inferior, ao longo do declive. As propriedades físicas avaliadas foram: densidade do solo, porosidade total, macroporosidade, microporosidade e resistência do solo à penetração. Para as condições experimentais, a resistência do solo à penetração, a macroporosidade e a microporosidade mostraram-se importantes indicadores físicos da qualidade do solo, influenciados pelo manejo, local de amostragem e camada avaliada.

  1. Concentração de metais pesados em grãos de plantas cultivadas em solo com diferentes níveis de contaminação Concentration of heavy metals in grain of plants cultivated in soil with different contamination levels

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Ligia de Souza Silva

    2007-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a absorção e a capacidade de translocação de metais pesados do solo para os grãos de soja e arroz. O experimento foi realizado em casa de vegetação, em Latossolo Vermelho distroférrico, proveniente de Município de Paulínia, SP. As amostras de solo foram coletadas em sete pontos e organizadas em função da distância de uma fábrica emissora de poluente. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, com quatro repetições. Raízes, parte aérea e grãos foram submetidos à digestão por via úmida. A concentração dos metais pesados foi determinada por ICP-OES. Os teores de cádmio e cobre no grão estiveram em níveis adequados para ambas as culturas, enquanto os teores de manganês e zinco apresentaram-se em excesso, tendo acompanhado os níveis de contaminação do solo, com possibilidade de atingir níveis mais altos da cadeia trófica. As raízes limitaram a translocação de cádmio, cobre, ferro e chumbo para a parte aérea de ambas as culturas. Mesmo com a translocação limitada pelas raízes, o chumbo apresentou-se em altos teores nos grãos de soja, e pode, também, como o manganês e o zinco, atingir a cadeia alimentar.The aim of this work was to evaluate the absorption and capacity of translocation of heavy metals from the soil to rice and soybean grains. Experiment was carried out in a greenhouse using a dystrophic Typic Hapludox soil from the district of Paulínia, SP. Soil samples were collected in seven different points and were organized according to the distance from a factory, source of pollution. The experimental design used was the completely randomized, with four replications. The roots, aerial leaves and grains were submitted to humid digestion. The concentrations of heavy metals were determined by ICP-OES. Cadmium and copper concentrations in the grains were at normal levels for both cultures, however manganese and zinc concentrations were in excess, according

  2. Capacidade de coleta de dois métodos de amostragem de insetos-praga da soja em diferentes espaçamentos entre linhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guedes Jerson Vanderlei Carús

    2006-01-01

    Full Text Available A amostragem é um dos procedimentos básicos indispensáveis ao manejo integrado de pragas. Neste experimento, comparou-se a capacidade de coleta de dois métodos de amostragem da lagarta-da-soja (Anticarsia gemmatalis Hueb., 1818 e do percevejo-verde-pequeno (Piezodorus guildinii Westw., 1837 na cultura da soja semeada em três espaçamentos entre linhas (0,30; 0,40 e 0,50m. Foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado, com dez repetições (amostragens, em esquema fatorial 2x3; utilizaram-se dois métodos de amostragem (pano-de-batida e pano-vertical e três espaçamentos entre linhas. A população de lagarta-da-soja e de percevejo-verde-pequeno foi avaliada nos estádios V8 e R6, respectivamente. Para lagartas, os resultados indicam maior eficiência do pano-vertical em relação pano-de-batida. Nos menores espaçamentos, o pano-vertical não deixou clara sua maior capacidade de coleta de percevejos, como observado para lagartas. Estes resultados demonstram que são necessárias pesquisas visando a aprofundar a avaliação dos métodos de amostragens de pragas da soja cultivada em diferentes espaçamentos.

  3. Desenvolvimento de cultivares de soja em função do grupo de maturação e tipo de crescimento em terras altas e terras baixas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alencar Junior Zanon

    2015-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi caracterizar o desenvolvimento de cultivares de soja com diferentes grupos de maturação e tipos de crescimento em terras altas e terras baixas no Rio Grande do Sul. Foram conduzidas nove épocas de semeadura em Santa Maria (ambiente de terras altas e uma época de semeadura em Capão do Leão (ambiente de terras baixas durante os anos agrícolas 2010/2011, 2011/2012 e 2012/2013, com 11 cultivares de soja. O delineamento experimental em todos os experimentos foi blocos ao acaso, em parcelas subdivididas. Foi quantificada a duração, em ºC dia, do ciclo de desenvolvimento, da fase vegetativa e reprodutiva, e do período entre a data que ocorreu o início do florescimento e o número final de nós para todas as épocas e locais de semeadura. Houve redução da duração da fase reprodutiva, do ciclo total de desenvolvimento (exceto algumas cultivares semeadas em setembro, com o atraso da data de semeadura independentemente do grupo de maturação e tipo de crescimento. As semeaduras de setembro, janeiro e fevereiro promovem uma redução da fase vegetativa na maioria das cultivares quando comparadas com a época recomendada (novembro e dezembro. Cultivares indeterminadas apresentam um maior período de sobreposição das fases vegetativa e reprodutiva do que as cultivares determinadas em todas as épocas e locais de cultivo. O desenvolvimento da soja é similar quando cultivada em terras altas e terras baixas.

  4. Estabilidade dos agregados e sua relação com o teor de carbono orgânico num latossolo roxo distrófico, em função de sistemas de plantio, rotações de culturas e métodos de preparo das amostras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. Castro Filho

    1998-09-01

    Full Text Available O tamanho dos agregados do solo e o estado de agregação podem ser influenciados por diferentes processos de manejo e práticas culturais que alteram o teor de matéria orgânica e a atividade biológica do solo. O objetivo do trabalho foi verificar as relações entre o teor de C-orgânico e o tamanho e estabilidade dos agregados do solo em dois sistemas de plantio (convencional e direto e três rotações de culturas (milho/trigo/milho, soja/trigo/milho e soja/trigo/soja, submetendo-se as amostras a dois processos de preparo: uso das peneiras de 4 e 8 mm antes do tamisamento úmido. O trabalho foi executado em 1990, usando-se amostras de solo, coletadas num experimento com 14 anos de duração, localizado em Londrina, PR, num Latossolo Roxo (Typic Haplorthox. As amostras de solo foram coletadas em 5 de abril de 1990, em duas profundidades: 0-10 e 10-20 cm. Os índices de agregação determinados foram: o diâmetro médio ponderado (DMP, o diâmetro médio geométrico (DMG e o índice de estabilidade de agregados (IEA. Os resultados mostraram que o sistema de plantio direto melhorou o estado de agregação do solo com o incremento do teor de C-orgânico, sobretudo na camada de 0-10 cm, onde os valores de DMP e DMG foram significativamente superiores. A agregação tendeu a aumentar quando a sucessão de culturas incluiu espécie de relação C/N mais alta (milho. O aumento do teor de C-orgânico resultou em aumento do IEA pela diminuição de agregados das classes com diâmetro < 0,25 mm e aumento das classes de diâmetro maior. Os métodos de preparo das amostras produziram diferenças na agregação do solo, tendo o preparo com peneira 8 mm melhorado a sensibilidade para determinar o estado de agregação em função dos processos de manejo.

  5. Inoculação de sementes com Bacillus subtilis, formulado com farinha de ostras e desenvolvimento de milho, soja e algodão Seed inoculation with Bacillus subtilis, formulated with oyster meal and growth of corn, soybean and cotton

    OpenAIRE

    Fabio Fernando de Araujo

    2008-01-01

    Bacillus subtilis, bactéria habitante natural do solo, produz antibióticos, enzimas e fitohormonios que proporcionam benefícios para as plantas. Essa espécie microbiana é também descrita como rizobactéria promotora de crescimento de plantas (RPCP). Sementes de milho, algodão e soja foram inoculadas com células de B. subtilis formulado com farinha de ostras objetivando-se avaliar a emergência e o desenvolvimento das plantas. A inoculação proporcionou aumento de emergências em algodão e soja. A...

  6. Survival of pathogens on soybean debris under no-tillage and conventional tillage systems Sobrevivência de patógenos em restos de cultura de soja mantidos em sistema de semeadura direta e convencional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Álvaro Manuel Rodrigues Almeida

    2001-10-01

    Full Text Available A study was conducted in the subtropical area of Southern Brazil to determine the survival of pathogens in soybean residues under conventional and no-tillage cultivation systems from March to September of 1998 and 1999. The pathogens most frequently isolated were Colletotrichum truncatum, Phomopsis spp., Cercospora kikuchii, Fusarium spp., Macrophomina phaseolina, and Rhizoctonia solani. Other fungi isolated were Myrothecium roridum, Penicillium sp., Chaetomium sp., Epicoccum sp., Corynespora cassiicola and Trichoderma sp. The percent of survival of each pathogen varied according to the month and the year. Survival of C. truncatum, Phomopsis spp. and C. kikuchii were significantly reduced (pAvaliou-se a sobrevivência de patógenos em restos de soja, em sistema de semeadura direta e convencional, entre março e setembro de 1998 e 1999, em Londrina, PR. Os patógenos mais freqüentemente isolados foram Colletotrichum truncatum, Phomopsis spp., Cercospora kikuchii, Fusarium spp., Macrophomina phaseolina e Rhizoctonia solani. Outros fungos isolados foram Myrothecium roridum, Penicillium sp., Chaetomium sp., Epicoccum sp., Corynespora cassiicola e Trichoderma sp. A porcentagem de sobrevivência variou com o mês e o ano. A sobrevivência de C. truncatum, Phomopsis spp. e C. kikuchii foi significativamente reduzida (P<0,05 entre a primeira e última avaliação nos resíduos mantidos sobre ou sob o solo. M. phaseolina e Fusarium spp. não foram afetados, ou foram favorecidos pelo enterro dos resíduos. A freqüência de isolamento de Fusarium spp. aumentou em resíduos enterrados no solo. A perda de biomassa mostrou redução de 44,4% no sistema convencional e 34,9% no sistema de semeadura direta, em 1998, quando a distribuição de chuvas foi mais regular. Em 1999, a redução foi de 48,2% e 39,0% para os sistemas convencional e de semeadura direta, respectivamente.

  7. Solubilidade de metais pesados em solos tratados com lodo de esgoto enriquecido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. Oliveira

    2003-02-01

    Full Text Available Os lodos de esgoto são materiais orgânicos ricos em nutrientes com potencial para o uso agrícola. A utilização desses materiais, no entanto, pode ser limitada pela presença de metais pesados na sua composição. Esta pesquisa teve por objetivos: (a avaliar a solubilidade de Cd, Pb e Zn em dois tipos de solos tratados com lodo de esgoto enriquecido com esses metais; (b verificar o efeito do tempo de contato nas mudanças da distribuição de Cd, Pb e Zn nas diferentes formas químicas de dois solos tratados com lodo de esgoto enriquecido com esses metais; (c verificar a influência das frações inorgânicas e orgânicas do lodo na dinâmica destes metais no solo. O enriquecimento do lodo de esgoto consistiu em adicionar Cd, Pb e Zn a um lodo de esgoto urbano produzido na Estação de Tratamento da Ilha do Governador (ETIG, Rio de Janeiro (RJ. Após 20 dias de incubação, sob umidade constante (50 % g g-1, o lodo enriquecido foi utilizado para a instalação de experimentos em amostras de duas classes de solos: Latossolo Vermelho-Amarelo (LV e Argissolo Vermelho-Amarelo (PV. Em laboratório, as amostras dos solos foram incubadas com quantidades equivalentes a 0; 20; 40 e 80 t ha-1 de lodo de esgoto enriquecido. Nos tempos de contato solo-lodo enriquecido de 4, 12, 16, 24 e 160 semanas, amostras de solos foram retiradas e submetidas à extração seqüencial de Cd, Pb e Zn. Observou-se, através da extração seqüencial, que compostos orgânicos solúveis formaram complexos, principalmente com cádmio e zinco, mantendo teores elevados destes elementos associados à fração solúvel em água durante todo o período experimental. A incorporação de compostos inorgânicos de Fe e Mn, através do lodo de esgoto, permitiu que o Cd, Pb e Zn se ligassem em sua maior parte, à fração extraível com hidroxilamina. Com o tempo de incubação, observou-se decréscimo dessa fração com aumento da fração residual, indicando decréscimo na

  8. Meia-vida do diuron em solos com diferentes atributos físicos e químicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Ribeiro Rocha

    2013-11-01

    Full Text Available A distribuição e a dissipação dos herbicidas nos solos são processos dinâmicos e únicos para cada relação solo-herbicida. Neste trabalho, a meia-vida do diuron foi determinada em cinco solos (Latossolo Vermelho Amarelo, Latossolo Vermelho e Latossolo Amarelo, com diferentes valores de pH. As concentrações do diuron foram determinadas em amostras dos referidos solos coletadas em oito épocas (1, 8, 15, 22, 36, 66, 96 e 156 dias após a aplicação do herbicida na dose 3,0kg ha-1. Em uma parte dessas amostras, foi feita a quantificação do diuron por cromatografia líquida de alta eficiência e, na outra parte, os testes biológicos, visando à confirmação dos resultados das análises cromatográficas. Constatou-se que a persistência do diuron é dependente dos atributos físicos e químicos dos solos. Todavia, a correção do pH do solo favoreceu apenas a degradação do herbicida em solos arenosos com baixo teor de matéria orgânica. A meia-vida do diuron nos solos estudados variou de 40 a 91 após a sua aplicação, sendo maior no solo com maior teor de matéria orgânica. Esses resultados foram confirmados pelos testes biológicos que se mostraram eficientes e complementares às análises cromatográficas.

  9. Biomassa microbiana do solo em sistema de plantio direto na região de Campos Gerais - Tibagi, PR Soil microbial biomass in no-tillage system in the Campos Gerais region - Tibagi, PR (Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solismar de Paiva Venzke Filho

    2008-04-01

    Full Text Available As diferentes práticas agrícolas realizam controles distintos na dinâmica do C e N microbiano. Com o objetivo de elucidar a dinâmica do C e N microbianos em solos sob sistema plantio direto (SPD, foram avaliados - nas seqüências milho/trigo/soja e soja/trigo/soja cultivadas em solos com diferentes classes texturais - áreas e tempos de adoção do sistema na Fazenda Santa Branca, Tibagi, PR. O experimento foi instalado em quatro áreas, sendo três delas com histórico de 12 anos sob SPD, com as seguintes classes texturais: muito argilosa (PD12-TmuA; argilosa (PD12-TA e média (PD12-TmeA; e uma com histórico de 22 anos sob SPD com classe textural argilosa (PD22-TA. No período de 18 meses foram realizadas nove amostragens de solo em quatro camadas (0-2,5; 2,5-5; 5-10; 10-20 cm. Em função do tempo de adoção do SPD, ocorreram diferenças no C microbiano entre a PD12-TA e a PD22-TA nas camadas mais profundas do solo. A PD22-TA apresentou em média 30,8 kg ha-1 de Nmic a mais que a PD12-TA e menores variações nas quantidades de N microbiano na camada de 0-20 cm. No que se refere à textura do solo, a PD12-TmuA apresentou as maiores médias de C e N microbianos na camada de 0-20 cm, exceto nos 20 dias após o plantio do trigo (jun./01. A PD12-TA e a PD12-TmeA não apresentaram diferenças significativas nas quantidades de C microbiano em qualquer dos meses analisados, na camada de 0-5 cm. Entretanto, foram encontradas diferenças quanto a esta última propriedade nas camadas de 5-10 e 10-20 cm. Os resultados indicam que o tempo de adoção do sistema plantio direto e o aumento dos teores de argila do solo favorecem os aumentos de C e N microbianos.Different agricultural practices accomplish distinct controls on microbial C an N dynamics. The dynamics of microbial C and N in soils under no-tillage system (NT were evaluated in the crop sequences corn/wheat/soybean and soybean/wheat/soybean in soils with different texture, areas and periods

  10. Viabilidade econômica da produção de novilhas leiteiras a pasto em sistema de integração lavoura-pecuária

    OpenAIRE

    Hernani Alves da Silva; Anibal de Moraes; Paulo César de Faccio Carvalho; Adriel Ferreira da Fonseca; Vânia Di Addario Guimarães; Alda Lúcia Gomes Monteiro; Claudete Reisdorfer Lang

    2012-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar a rentabilidade do sistema de integração lavoura-pecuária (ILP), em comparação ao cultivo de cereais de inverno e de plantas de cobertura para o plantio direto de soja e milho no verão. Foram comparados dados simulados de sistema agrícola tradicional com produção de grãos de milho e soja, no verão, e cultivo de trigo e plantas de cobertura do solo, no inverno; e dados de um trabalho publicado em que foram avaliadas combinações de pastagens (diversificadas...

  11. Eficiência relativa de fertilizantes fosfatados no crescimento inicial de eucalipto cultivado em solos do cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.L. Gava

    1997-09-01

    Full Text Available Tendo como objetivo avaliar a eficiência relativa do superfosfato simples (SS, fosfato parcialmente acidulado (FAPS e termofosfato magnesiano (TERM como fonte de P e outros nutrientes para o cultivo de plantações de eucalipto, em dois solos da região dos Cerrados, uma areia quartzosa (50 g kg-1 de argila álica e um latossolo vermelho-escuro (230 g kg-1 de argila álico, foi realizado este experimento, sob condições de casa de vegetação, na ESALQ/USP, Piracicaba (SP, em 1993. Subamostras do AQ receberam 0, 75, 150 e 300 mg kg-1 de P e, do LE, 0, 125, 250 e 500 mg kg-1 de P no solo. As doses de P foram estimadas com base na solubilidade dos adubos; SS e FAPS, em citrato de amônio, e TERM, em ácido cítrico 20 g L-1. Em cada vaso (5 kg de solo, deixou-se uma planta de Eucalyptus grandis por 90 dias após a emergência e desbaste das plântulas. Paralelamente ao experimento em casa de vegetação, subamostras de todos os tratamentos, com 2 kg de solo, foram incubadas no interior de sacos plásticos por 0, 10, 20, 40, 60 e 80 dias. Ao término de cada período de incubação, os solos eram amostrados e analisados. Mediante o cálculo de índices de eficiência relativa entre os adubos, verificou-se que o TERM foi superior 64% ao SS e 57% ao FAPS no solo AQ. No LE, o SS foi superior 55% ao TERM e 34% ao FAPS. O TERM foi a fonte de P que promoveu os maiores acréscimos do nível de fertilidade dos solos, com expressiva elevação do pH do solo, redução das concentrações de Al e aumento daquelas de Ca e Mg. Os ganhos de produção das mudas de eucalipto foram altamente correlacionados com a absorção de P, K, Ca, Mg e Zn. O TERM proporcionou as maiores absorções desses nutrientes no solo AQ e, as menores, de P, Ca e Zn no LE. As distintas respostas de crescimento para os adubos avaliados, em ambos os solos, sobretudo para TERM e SS, foram atribuídas, em grande parte, aos efeitos secundários das fontes de P sobre a fertilidade dos

  12. Cultivo de alface, sobre diferentes coberturas de solo, em condições tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clodoaldo Moreno Paixão

    2017-07-01

    Full Text Available A alface é a hortaliça folhosa mais produzida no Brasil, onde representa grande relevância social e econômica para pequenas propriedades. No entanto, ainda há a necessidade de estudos voltados à melhoria das condições de cultivo, a qual demanda intensa quantidade de fertilizantes, degrada a estrutura física do solo e provoca desequilíbrios biológicos pela baixa rotação de culturas. Diante disso, objetivou-se através deste trabalho identificar os efeitos de coberturas vegetais sobre os atributos químicos do solo e sobre a qualidade da alface produzida em condições de clima tropical. O experimento foi instalado em região de baixa altitude, em condições de campo, em blocos casualizados em esquema fatorial, com cultivo de alface sobre resíduos de cinco coberturas vegetais de solo implantadas em três épocas diferentes. As coberturas vegetais utilizadas foram milheto, bagaço de cana-de-açúcar, mucuna-preta, capim braquiária e crotalária, semeadas em 06/02/12, 08/03/12 e 07/04/12, com manejo aos 120, 90 e 60 dias, respectivamente. Concluiu-se que, dependendo da espécie e da época em que é feita semeadura e o manejo e o manejo, as plantas de coberturas podem interferir nos atributos químicos do solo, resultando em plantas de alface de maior altura, diâmetro e massa fresca. Plantas de alface com maior diâmetro e massa de matéria seca total foram obtidas quando cultivadas sobre resíduos de mucuna-preta e capim braquiária.

  13. Carbono, nitrogênio, fósforo e enxofre em solos tratados com composto de lixo urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. H. Abreu Junior

    2002-09-01

    Full Text Available Foram estudados os efeitos da aplicação de composto de lixo urbano, proveniente da usina de compostagem São Matheus da cidade de São Paulo, na dose de 30 g dm-3 (60 t ha-1, na presença e ausência de calcário dolomítico e adubos minerais, sobre os teores de carbono orgânico, de nitrogênio total e de fósforo e enxofre disponíveis de 21 solos ácidos e cinco solos alcalinos, onde o calcário foi substituído por gesso. O experimento foi realizado em condições de casa de vegetação com os solos nas parcelas em blocos ao acaso, com três repetições e os tratamentos em subparcelas. O acúmulo de matéria orgânica, em virtude da aplicação do composto, foi evidente em solos com teores iniciais de carbono orgânico > 12 g dm-3 e de nitrogênio > 1,3 g dm-3, porém com relação C/N < 12. Nos demais solos, o acúmulo foi decorrente da interação entre a estabilidade da matéria orgânica do composto, da matéria orgânica nativa e as propriedades físicas e químicas dos solos. A aplicação do composto aumentou os teores de nitrogênio total e de enxofre disponível em todos os solos, porém o fósforo disponível somente foi aumentado nos solos ácidos. A aplicação do composto de lixo urbano como fertilizante orgânico é viável, porém seus efeitos sobre as propriedades químicas do solo devem ser monitorados.

  14. Santa soja: narrativa documental em fotolivro

    OpenAIRE

    Seidl, Eduardo

    2016-01-01

    A partir do fotolivro Santa Soja como objeto e do resgate histórico das práticas jornalísticas de reportagem e de edição por meio de entrevistas com os cinco autores, esta pesquisa busca identificar o fotolivro como formato potencializador do fotodocumentarismo. Para tanto, foi proposta uma localização conceitual sobre o fotolivro, a linguagem e a narrativa fotográfica e sobre a vocação historiográfica e testemunhal da fotografia, a fim de contextualizar uma análise do fotolivro Santa Soja qu...

  15. Características dos Sistemas de Controle em Fazendas de Soja no Norte de Mato Grosso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Canan

    2016-05-01

    Full Text Available Este trabalho investigou os sistemas de controle utilizados nas fazendas de soja no norte de Mato Grosso, a partir da perspectiva dos gestores. Aceitou-se, com base na literatura, que organizações dessa natureza tentem a ser empresas familiares que assumem a configuração de estruturas organizacionais simples. A partir dessa definição, e com base no que a literatura aponta como variáveis estratégicas críticas que agem sobre o agronegócio da soja, um roteiro de entrevistas que buscou mensurar a medida com que os fazendeiros se preocupam com as mesmas, e mensurar a medida com que eles se preocupam em formalizar procedimentos de controle. As entrevistas foram realizadas por telefone, com 33 fazendeiros de soja em oito municípios da região, durante o mês de maio de 2015. Os dados obtidos apontaram que os fazendeiros tendem a se preocupar consideravelmente com todas as variáveis críticas, sem que haja consenso relevante sobre uma escala de prioridades. Quanto aos processos de formalização, confirmou-se o que a literatura prevê, com os dados apontando que o controle tende a ser centralizado e pouco ou insignificantemente formalizado. Mas os dados ofereceram também a possibilidade de reflexões sobre os respondentes, confrontados com a literatura de antropologia e sociologia disponíveis sobre as comunidades de migrantes da região. Como contribuições, o trabalho aponta caminhos possíveis para investigação de sistemas de controle e de contabilidade em organizações familiares, e estruturas organizacionais simples em geral.

  16. Effects of early compost application on no-till organic soybean Resposta à antecipação da adubação com composto orgânico na soja orgânica em plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.A.O. Penha

    2012-03-01

    Full Text Available Weed control has always been an important issue in agriculture. With the advent of no-till systems, soil erosion was reduced but herbicide use was increased. Organic no-till systems try to adjust reduced erosion to the no use of herbicides. Nevertheless, this adjustment is limited by the cost of mechanical weed control. This cost may be reduced by improved cultural weed control with cover crops mulches. In this paper we report a study on the application of compost manure on an oats winter cover crop, preceding soybean, instead of on the soybean summer crop. Treatments comprised a control without compost manure, and compost manure doses of 4 and 8 Mg ha-1 applied either on oats in winter or soybean in summer, organized in a randomized block design, with five replications. In summer, plots were split into weed-controlled or not controlled subplots. The timing of application and the manure doses did not affect the oats biomass or the soybean performance. However, in summer, without water stress, the application of manure at 8 Mg ha-1 directly on soybean has reduced weed biomass in this crop.O controle de plantas daninhas sempre foi um fator importante na agricultura. Com o advento do plantio direto reduziu-se a erosão do solo, mas houve aumento no uso de herbicidas. O plantio direto orgânico busca conciliar o controle da erosão com a eliminação do uso de herbicidas, porém o custo de produção é onerado pela necessidade de controle mecânico das plantas daninhas. Esse custo poderia ser reduzido por um melhor controle cultural com palhas produzidas por plantas de cobertura no inverno. Neste trabalho, antecipou-se a adubação da soja para a aveia, aplicando na aveia o adubo que seria aplicado na soja, de modo a aumentar a quantidade de palha de aveia sobre a qual a soja seria semeada no verão seguinte. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com parcelas subdivididas. Os tratamentos foram uma testemunha sem adubação e duas doses

  17. Acúmulo de N e P na parte aérea da soja após compactação subsuperficial e aplicação de gesso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. N. Borges

    1999-03-01

    Full Text Available Um experimento com soja, utilizando amostra de Latossolo Vermelho-Escuro distrófico textura média, previamente corrigido com 2,5 t ha-1 de calcário dolomítico, foi desenvolvido em casa de vegetação da Escola Superior de Agricultura ''Luiz de Queiroz", Piracicaba (SP, no período de dezembro/1993 a julho/1994, visando avaliar o efeito da compactação subsuperficial e de doses de gesso nos teores de N e de P da parte aérea da soja. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados, com os tratamentos dispostos em fatorial 4 x 4, com quatro repetições, correspondendo à aplicação, na camada superficial, de quatro doses de gesso (zero; 3,25; 6,50 e 9,75 t ha-1 misturadas ao equivalente a 15 t ha-1 de matéria seca de crotalária (MSC e 2,5 t ha-1 de calcário dolomítico, em quatro níveis de compactação (densidades: 1,32; 1,4 7; 1,62 e 1,77 kg dm-3. Utilizou-se prensa hidráulica no solo do anel central de uma coluna formada pela sobreposição de três anéis de PVC de 15 cm de diâmetro e altura de 5 cm para o anel central e inferior e 12,5 cm para o anel superior . Observou-se que as doses de gesso não tiveram influência no teor de N da parte aérea da soja, quando ocorreu o crescimento radicular em profundidade. Quando a compactação do solo restringiu o crescimento radicular somente à camada superficial, a concentração de N na parte aérea da soja foi maior, quando a dose de gesso estimada era de 5 t ha-1, reduzindo-se para doses maiores do que esta. De maneira geral, a aplicação dos níveis de compactação não alterou os teores de N na parte aérea na presença de gesso, mas levou à redução linear quando o gesso não foi aplicado. Com relação ao fósforo, observou-se que tanto as doses de gesso como os níveis de compactação elevados promoveram aumentos na quantidade de P absorvido pela soja.

  18. Atributos físicos do solo em sistema de integração lavoura-pecuária sob plantio direto Soil physical attributes in integrated cattle raising-crop production system under no-tillage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mastrângello Enívar Lanzanova

    2007-10-01

    Full Text Available A compactação do solo é um dos principais fatores responsáveis pela queda da produtividade das culturas agrícolas. Por isso, o impacto causado pelo pisoteio bovino sobre o solo e os conseqüentes reflexos nos atributos físicos densidade do solo, porosidade do solo, resistência mecânica à penetração e infiltração de água no solo, em área manejada sob sistema integração lavoura-pecuária, foram investigados em experimento de campo, no município de Jari, na região do Planalto Médio do Rio Grande do Sul, Brasil. Foram avaliados três sistemas de manejo da pastagem de inverno (aveia-preta, Avena strigosa Schreber + azevém, Lolium multiflorum Lam., caracterizados pela freqüência de pastejo: (1 Sem Pastejo (SP, (2 Pastejo a cada 28 dias (P28 e (3 Pastejo a cada 14 dias (P14. Além disso, foi avaliada a influência da cultura de verão, soja [Glycine max (L. Merr.] ou milho (Zea mays L., em rotação com as pastagens de inverno, em amenizar ou agravar a ação compactadora do pisoteio bovino. A compactação do solo, avaliada pela sua densidade, concentrou-se na camada de 0-0,05 m de profundidade, porém houve redução de sua macroporosidade até a camada de 0,10-0,15 m, no sistema com a maior freqüência de pastejo (P14. A resistência mecânica do solo à penetração atingiu valores de 2,61 e 2,49 MPa nos tratamentos P14 e P28, respectivamente, nas profundidades de 0,05 e 0,08 m, enquanto as áreas que não foram pastejadas mantiveram valores inferiores a 1,66 MPa. A taxa de infiltração de água no solo foi alterada significativamente pelo pisoteio bovino e pela cultura de verão antecedente. Com a cultura de milho, o solo mostrou-se menos sensível ao pisoteio bovino, ao passo que com a cultura de soja na maior freqüência de pastejo (P14 a taxa de infiltração de água no solo foi reduzida. A cultura de soja proporcionou os maiores valores de macroporosidade nas camadas avaliadas e, quando conjugada à menor freq

  19. Divergência entre genótipos de soja, cultivados em várzea irrigada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elonha Rodrigues dos Santos

    2011-12-01

    Full Text Available A divergência genética é um dos mais importantes parâmetros avaliados por melhoristas de plantas, na fase inicial de um programa de melhoramento genético. Diante disso, objetivou-se com este trabalho avaliar, por meio de técnicas multivariadas, a divergência genética entre 48 genótipos de soja, cultivados em várzea irrigada no Estado do Tocantins, com o intuito de identificar as combinações mais promissoras para produzir recombinações superiores, tanto destinados a produção de óleo e farelo, como do grupo especial, destinados ao consumo humano. O experimento foi conduzido no município de Formoso do Araguaia, TO, em cultivo de várzea irrigada na entressafra de 2010. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com quatro repetições. Verificou-se variabilidade entre os genótipos testados. Os resultados dos métodos de agrupamento de Tocher, UPGMA e Variáveis Canônicas foram concordantes entre si e detectaram quatro grupos distintos. As seguintes hibridações são promissoras para produção de grãos de soja destinados a óleo e farelo: M-Soy 8766, M-Soy 9144, A 7002 e M-Soy 9056 com Amaralina e cruzamentos entre M-Soy 8766, M-Soy 9144 e Amaralina com BRSMG 790A, BRS 257, BRS 216 e BRS 213 e são indicados visando a genótipos de soja especiais para alimentação humana.

  20. Viabilidade de escleródios de Sclerotinia sclerotiorum e incidência de fungos antagonistas em solo de Cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila de Castro Louback Ferraz

    2011-12-01

    Full Text Available A viabilidade de escleródios de Sclerotinia sclerotiorum foi avaliada durante oito meses em três solos de Cerrado cultivados. Escleródios produzidos "in vitro", mantidos em invólucros de náilon perfurados, foram enterrados a 5 cm de profundidade, em solos previamente fumigados ou não fumigados com brometo de metila. Após 10 dias de incubação, os escleródios foram examinados quanto à viabilidade e a presença de fungos antagônicos. A viabilidade foi estimada através do número de escleródios germinados 7 dias após plaqueamento em meio semi seletivo Neon-S. A viabilidade dos escleródios variou com o solo de Cerrado. Escleródios incubados em solos não fumigados com brometo de metila apresentaram menor viabilidade e maior presença de fungos antagônicos, indicando que estes solos contêm elementos supressivos de origem biológica. A viabilidade dos escleródios foi relacionada negativamente com a população de alguns microorganismos de solo. Nos tratamentos de maior incidência de Trichoderma spp. observou-se menor viabilidade de escleródios e solos fumigados suprimiram fortemente a ocorrência deste antagonista.

  1. Dano por Granizo na Cultura da Soja em Condições de Lavoura: Um Estudo de Caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jossana Ceolin Cera

    2016-06-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste trabalho foi quantificar os danos causados por um evento de granizo sobre uma lavoura comercial de soja. O evento de granizo ocorreu no município de Água Santa, no Estado do Rio Grande do Sul, durante o ano agrícola de 2013/2014. Foram realizadas avaliações da matéria seca do limbo foliar, pecíolo, legume e do índice de área foliar. Tais medições foram obtidas em data anterior e posterior ao evento de granizo que ocorreu no dia 08/02/2014. Com o auxílio de imagens de satélites e de radar foi possível identificar a intensidade do evento e a presença de granizo nas nuvens. Os danos provocados pelo granizo na cultura da soja foram: a redução da matéria seca nos limbos foliares (0,13 Mg ha−1, nos pecíolos (0,01 Mg ha−1 e nos legumes (0,002 Mg ha−1 das plantas da lavoura; o decréscimo no índice de área foliar de 7 a 34%; e a quebra do ápice de crescimento em 32% das plantas do experimento. Possivelmente, devido a esta redução na massa seca, houve diminuição na produtividade de soja da lavoura. As imagens de satélite e de radar podem ser ferramentas para auxiliar os extensionistas na determinação dos danos de granizo nas lavouras de soja.

  2. Formas de potássio em solos representativos do Estado da Paraíba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jailma dos Santos de Medeiros

    Full Text Available Os solos do Estado da Paraíba apresentam grande diversidade de características químicas, físicas e mineralógicas, acarretando em variações nos teores e formas de K disponíveis no solo. Objetivou-se com este trabalho avaliar os teores de K não-trocável, K trocável e K solúvel em doze solos do Estado da Paraíba, na ausência e na presença de fertilização potássica, e correlacioná-los com as características químicas, físicas e mineralógicas desses solos. O estudo constou de 60 tratamentos, sendo 12 solos e cinco doses de K (0; 50; 100; 200 e 300 mg dm-3 na forma de cloreto de potássio, com três repetições. Após receberem os tratamentos, os solos foram incubados por um período de 21 dias, e em seguida, uma sub-amostra de 0,2 dm³ de cada solo foi retirada para determinação dos teores de K não-trocável, K trocável e K solúvel. Os solos formados sob clima semiárido foram os solos que apresentaram as maiores reservas de K não-trocável. Solos com maior proporção de mica e minerais do tipo 2:1 na fração argila apresentaram os maiores teores de K não-trocável e K trocável. Independente do grupo de solos, os teores de silte apresentaram correlação elevada com os teores de K não-trocável e de K trocável. Nos solos mais desenvolvidos, não foi evidenciada fixação de K proveniente do fertilizante. Porém, nos solos menos desenvolvidos, a fixação de K ficou evidenciada pela pequena quantidade de K recuperada pelo extrator acetato de amônio nos solos mais argilosos e, principalmente, naqueles com predominância de minerais do tipo 2:1 e mica.

  3. Eficiência agronômica de superfosfato triplo e fosfato natural de Arad em cultivos sucessivos de soja e milho Agronomic efficiency of triple superphosphate and Arad rock phosphate on crop rotation of soybean and corn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Benedito Ono

    2009-06-01

    Full Text Available Conduziu-se este estudo, com o objetivo de avaliar os efeitos de doses de adubos fosfatados sobre a cultura da soja e do milho, em cultivos sucessivos. O experimento foi realizado em casa de vegetação da UFGD, em vasos contendo amostras de 5,5 dm³ de um Latossolo Vermelho Distroférrico argiloso, sendo utilizado como fontes de fósforo (P o superfosfato triplo (SFT e o fosfato natural de Arad (FNA. O FNA foi utilizado sob duas formas. Em uma, considerou-se o P total (Arad T e, em outra, apenas a fração de P solúvel em ácido cítrico a 2% (Arad SA, resultando em três fatores de estudo, cada um em seis níveis de P (0, 56, 112, 224, 336 e 560, expressos em mg dm-3. A soja foi semeada em dezembro de 2006 e ao final do ciclo, efetuou-se a colheita, avaliando-se a produtividade de grãos, teores de P na folha e no solo. Após o cultivo da soja, semeou-se o milho, cuja colheita das plantas ocorreu aos 76 dias após a semeadura, sendo avaliados a produção de massa seca da parte aérea e teores de P na folha. O índice de eficiência agronômica foi calculado para ambas as culturas. Conclui-se que, para o primeiro cultivo (soja, o SFT apresentou um melhor desempenho no que se refere à produtividade de grãos, quando comparado ao FNA. No cultivo do milho em sucessão a soja, o FNA tendeu a equiparar-se ao SFT nos atributos avaliados.The aim of this study was to evaluate the effects of phosphate fertilizer rates on soybean and corn crops, in crop rotation. The experiment was carried out in a greenhouse at the Grande Dourados University, in pots with samples of 5.5 dm³ clayey Dystropherric Red Latosol, where the triple superphosphate (TSP and the Arad rock phosphate (ARP were used as P source. Two kinds of ARP were used. In one, the total P (Arad T was considered while in the other, only the P soluble fraction in citric acid at the concentration of 2% (Arad SA was considered, resulting in three factors of study, each with six levels of P (0, 56

  4. Quinoa (Chenopodium quinoa reaction to herbicide residue in a Brazilian Savannah soil Reação de quinoa (Chenopodium quinoa a resíduos de herbicida em um solo de cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Lorena de Barros Santos

    2003-06-01

    Full Text Available The quinoa (Chenopodium quinoa Willd. cultivation, one of the most promising in double cropping with soybeans or maize, depends on weed control. The objective of this work was to evaluate quinoa reaction to herbicide residue in a savannah soil. Six herbicide treatments, trifluralin, pendimethalin, clomazone, imazaquin, trifluralin + imazaquin and control, were applied, prior to summer cultivation of soybean, in a Dark-Red Latosol (typic Haplustox. Soybean cultivar BR 9 Savana was grown and soil samples were collected at 15, 38, 100, 145 and 206 days after treatment and stored at -5ºC. Bioassays were conducted in greenhouse, using quinoa, cultivar Q18. Imazaquin was the most harmful to quinoa seedlings, up to 206 days after application, followed by clomazone 15-38 days after application; trifluralin and pendimethalin had no residual effect. These results suggest that a broad-base screening should be conducted.O cultivo da quinoa (Chenopodium quinoa Willd., um dos mais promissores em sucessão à soja ou ao milho, depende do controle de plantas daninhas. O objetivo deste trabalho foi estudar a reação da quinoa a resíduos de herbicidas num solo de cerrado. Seis tratamentos com herbicidas, trifluralin, pendimethalin, clomazone, imazaquin, trifluralin + imazaquin e testemunha, foram aplicados, antes da semeadura de soja, cultivar BR 9 Savana, em um Latossolo Vermelho-Escuro. Amostras de solo foram coletadas aos 15, 38, 100, 145 e 206 dias após a aplicação e armazenadas sob temperatura de -5ºC. Bioensaios foram conduzidos em casa de vegetação, usando a quinoa, cultivar Q18. Imazaquin mostrou-se o mais prejudicial à quinoa até os 206 dias, seguido por clomazone entre 15 e 38 dias após a aplicação; trifluralin e pendimethalin não mostraram efeito residual. Estes resultados sugerem ampliar a triagem, com a inclusão de novos produtos.

  5. Óxidos de manganês em solos do quadrilátero ferrífero (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amaury de Carvalho Filho

    2011-06-01

    Full Text Available A mineralogia dos óxidos de Mn é muito variada e complexa, devido ao grande número de minerais e ao conhecimento inexato de algumas de suas estruturas. Devido à escassez de trabalhos que tratam especificamente de óxidos de Mn em solos brasileiros e seu conteúdo muito elevado em alguns solos do Quadrilátero Ferrífero (MG, este estudo objetivou caracterizar a química e a mineralogia desses óxidos nos solos dessa região, estratificando-os conforme os materiais de origem e posições na paisagem. O trabalho foi desenvolvido em uma área representativa do Quadrilátero Ferrífero, referente à Área de Proteção Ambiental da Região Metropolitana de Belo Horizonte - APA Sul RMBH, com extensão de 1.625,32 km²; a amostragem foi direcionada para a caracterização de solos com elevado teor de Mn, relacionados a três materiais de origem distintos: itabiritos, dolomitos ferruginosos e serpentinitos, tendo sido incluídos ainda alguns solos provenientes de outros materiais de origem, dentro do Quadrilátero. Alguns solos do Quadrilátero Ferrífero possuem teores de Mn na fração terra fina extraordinariamente elevados, principalmente aqueles relacionados aos dolomitos ferruginosos da Formação Gandarela. Foram identificados diversos minerais de Mn na fração argila dos solos, sem quaisquer pré-tratamentos de concentração, representados por todoroquita, litioforita e, ainda, pirolusita. A influência do material de origem no contexto deste estudo foi superior àquela da posição na paisagem e grau de intemperismo de solos ricos em Mn.

  6. Nutrição mineral da soja perene (Glycine wightii Verdc.: I - Ensaio de adubação em solo de cerrado Mineral fertilization of soybeans (Glycine wightii Verdc.: I - Fertilizer trial in "cerrado" soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz A. C. Lovadini

    1971-05-01

    Full Text Available São relatados os resultados de uma experiência de adubação com delineamento fatorial 3³, instalada em solo de cerrado (Latossolo Vermelho Escuro fase arenosa, na Estação Experimental de Jupiá (CESP, para o estudo dos efeitos da aplicação de calcário, fósforo e potássio, em três níveis, na produção de forragem de soja perene. Os resultados experimentais revelam que o calcário e o fósforo produziram efeitos altamente significativos sôbre a produção; o potássio não provocou efeitos significativos, e tampouco foram significativas as interações entre os elementos estudados. Embora não significativa, ocorreu interação negativa entre calcário e fósforo: o efeito de cada um dêles foi diminuído sempre que a dose do outro foi aumentada.In this paper are discussed the results of a factorial experiment 3³ designed to study the effect of Ca (dolomite lime, P (superphosphate and K (potassium chlorate, on the production of perennial soybean on Dark Red Latosol. Both Ca and P alone had a highly significant effect on the production whereas K did not show any effect. There was no interaction among the three elements, but it was noticed that as Ca levels were increased it decreased the effect of P and as P levels were increased it decreased the Ca effect. In other words there was a negative relationship which was not significant.

  7. Misturas de forrageiras anuais e perenes para sucessão à soja em sistemas de integração lavoura‑pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Armando Zago Machado

    2012-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a produção de forragem de espécies perenes e de suas misturas com espécies anuais, durante a estação seca, e a produtividade de grãos de soja cultivada em sucessão. Os experimentos foram realizados em 2007 e 2008, em Dourados e em São Gabriel do Oeste, MS. Em 2007, foram avaliadas as espécies Urochloa brizantha ('Xaraés' e Megathyrsus maximus ('Tanzânia', em cultivos solteiros ou em misturas com Eleusine coracana (capim‑pé‑de‑galinha, Pennisetum glaucum (milheto e Sorghum bicolor (sorgo forrageiro. Em 2008, foram avaliados U. decumbens e as cultivares Xaraés e Tanzânia em cultivos solteiros ou em misturas com milheto e sorgo forrageiro. As forrageiras foram avaliadas sob sucessivos cortes, durante a estação seca, e a soja no verão, no cultivo em sucessão. As misturas de espécies anuais e perenes não aumentam a produção de forragem, mas melhoram sua distribuição ao longo da estação seca. As forrageiras anuais têm maior participação na produção de forragem das misturas no início da estação seca, e as perenes no final dessa estação. A relação folha/colmo das forrageiras perenes individuais é maior do que a das misturas. Os tratamentos avaliados não têm efeito sobre a soja cultivada em sucessão.

  8. Crescimento inicial de mudas de pinheira e goiabeira em solo salino-sódico com corretivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jordânia Xavier de Medeiros

    2014-06-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar o efeito do gesso agrícola sobre os atributos químicos de um solo salino-sódico e o crescimento de mudas de goiabeira e pinheira. O trabalho foi realizado em casa de vegetação da UFCG/CSTR em Patos, PB. Amostras de um solo salino-sódico foram obtidas do Perímetro Irrigado de São Gonçalo. O experimento constitui-se de um tipo de solo, duas espécies, três doses de gesso agrícola (00, 100 e 200% da NG e 4 repetições. As parcelas foram distribuídas em DIC. As sementes de pinha e goiaba foram semeadas em tubetes e após 30, as mudas foram transplantadas segundo padronização do diâmetro do coleto, número de folhas, altura e transferidas para os solos salinizados, observando o crescimento através de medições semanais da altura das plantas por um período de 104 dias. Houve redução significativa nos teores de sódio no solo com o aumento do nível de gesso aplicado, o mesmo ocorrendo para o pH e melhoria nas propriedades químicas do solo. As mudas apresentaram redução na altura, número de folhas, na massa seca da parte aérea e da raiz com a aplicação do corretivo. A aplicação de gesso em solos salino-sódico para cultivo de goiaba e pinha não apresentou resultados satisfatórios.

  9. Crescimento em altura dominante do Pinus elliottii e Pinus taeda em solos arenizados degradados no oeste do Rio Grande do Sul

    OpenAIRE

    Schneider, Paulo Renato; Elesbão, Luiz Ernesto Grilo; Schneider, Paulo Sérgio Pigato; Longhi, Régis Villanova

    2013-01-01

    A introdução de espécies florestais de rápido crescimento em áreas com solos arenizados e degradados pode ser uma alternativa tanto para a prevenção como para a minimização desse problema. O trabalho objetivou avaliar o crescimento em altura dominante do Pinus elliottii Engelm. e Pinus taeda L. em relação aos solos arenizados e degradados por ação antrópica, no oeste do estado do Rio Grande do Sul (RS). Para isso, foram selecionadas árvores dominantes em povoamentos com 29 anos de idade, em á...

  10. Resistência mecânica do solo e força de tração em hastes sulcadoras de semeadoras-adubadoras em sistema de integração lavoura-pecuária Mechanical resistance of soil and traction force by planter chisel type openers in crop-livestock system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osmar Conte

    2008-12-01

    Full Text Available A integração lavoura-pecuária, realizada mediante a implantação de pastagens no inverno e a semeadura de milho ou soja no verão, constitui-se numa alternativa para a diversificação de atividades e ampliação dos lucros. Animais em pastejo, principalmente em áreas agrícolas manejadas sob semeadura direta, podem resultar na compactação adicional do solo, diagnosticada geralmente pelo aumento de resistência do solo à penetração (RP. Com o objetivo de avaliar a correlação entre RP e força de tração (FT medida em hastes sulcadoras de semeadoras-adubadoras, nos anos de 2004 e 2005, foi conduzido um experimento em São Miguel das Missões - RS, em Latossolo Vermelho (0.540 kg kg-1 de argila. Os tratamentos consistiram em quatro intensidades de pastejo, que resultaram em alturas de pastagem de 10; 20; 30 e 40 cm, e de testemunha sem pastejo, organizados em DBC, com três repetições. Avaliou-se a RP, no final do período de pastejo, e na semeadura da soja, obteve-se a FT exigida nas hastes sulcadoras de semeadoras-adubadoras. A RP e a FT aumentaram com o incremento na intensidade de pastejo. A correlação entre essas variáveis foi significativa, comprovando que é possível avaliar o estado de compactação do solo por meio da medição da FT requerida pelas hastes sulcadoras de semeadoras-adubadoras.The use of crop-livestock integration systems, with forage implantation during winter and corn or soybean sown during summer, has become an alternative to activity diversification while magnifying profits. Cattle grazing, mainly in agricultural areas under no-tillage, can result in additional soil compaction, which can usually be diagnosed by increases in soil resistance to penetration (RP. Aiming to evaluate the correlation between RP and traction force (FT measured with cutting shafts, in the years of 2004 and 2005, an experiment was conducted in São Miguel das Missões - RS, Brazil, in an Oxisoil (0.540 kg kg-1 clay content

  11. Sistemas de manejo de solo e perdas de nutrientes e matéria orgânica por erosão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. C. Hernani

    1999-03-01

    Full Text Available Perdas de nutrientes e matéria orgânica por erosão hídrica são fortemente influenciadas pelo manejo do solo. O uso de sistema de manejo inadequado pode causar poluição e eutroficação de mananciais, aumentar os custos com adubação e provocar a degradação de agroecossistemas. As perdas de cálcio, magnésio e potássio trocáveis e solúveis, fósforo disponível e matéria orgânica por erosão foram avaliadas, entre 1988 e 1994, em Latossolo Roxo álico epieutrófico muito argiloso, com 0,03 m m-1 de declividade, em Dourados (MS, sob condições de chuva natural, em diferentes sistemas de manejo do solo. Os tratamentos, aplicados na sucessão trigo-soja, foram: (a escarificação + gradagem niveladora, (b gradagem pesada + niveladora; (c plantio direto, e (d aração com arado de discos + duas gradagens niveladoras, sem cobertura vegetal. A enxurrada foi coletada diariamente e, em laboratório, separou-se o sobrenadante (solução do sedimento. O Ca2+, o Mg2+, o K+ e o P disponível foram determinados tanto na solução quanto no sedimento, e a matéria orgânica apenas no sedimento. Concentrações de Ca2+ e Mg2+ foram mais elevadas na solução, enquanto as de P e K+ foram maiores no sedimento. O plantio direto proporcionou a maior concentração média de P no sedimento entre os sistemas estudados; além disso, também resultou em maiores concentrações de Ca2+ em solução e taxa de enriquecimento em P no sedimento, em relação aos sistemas que envolveram preparo e cultivo de trigo-soja. Entretanto, o plantio direto foi o sistema mais eficaz no controle da erosão, perdendo as menores quantidades totais de nutrientes e de matéria orgânica. Dos sistemas que envolveram o cultivo da sucessão trigo-soja, o de gradagens (pesada + niveladora foi o menos eficaz, ficando o sistema de escarificação + gradagem niveladora em posição intermediária. Comparado ao plantio direto, o tratamento com gradagens perdeu cerca de 6,5 vezes

  12. Efeito de doses de boro no crescimento vegetativo de girassol em diferentes classes de solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Euba Neto

    2014-06-01

    Full Text Available A baixa disponibilidade de boro (B no solo é um dos fatores que mais limita a produção do girassol, planta oleaginosa caracterizada por ampla adaptabilidade climática. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a influência de doses de boro, aplicadas em distintas classes de solos, no desenvolvimento do girassol cultivar Hélio 863. As amostras foram coletadas na camada de 0-20 cm dos solos: Argissolo Acinzentado (PAC; Argissolo Vermelho-Amarelo (PVA; Neossolo Litólico (RL; Argissolo Vermelho eutrófico (PVe; Neossolo Flúvico (RY e Vertissolo Háplico (VX. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 6 x 4 (solos x doses, com quatro repetições. A unidade experimental foi representada por uma planta por vaso. Os solos apresentaram efeito significativo (p < 0,01 sobre todos os parâmetros de crescimento estudados. As plantas de girassol cultivadas nos solos RY, VX, PAC e RL apresentaram a maior área foliar, os maiores capítulos, o maior teor de boro foliar e maior número de folhas e altura de plantas, respectivamente. A adubação com boro não influenciou a produção de fitomassa seca do girassol cv. Hélio 863.

  13. Frações de cobre e zinco em solos de vinhedos no Meio Oeste de Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Brunetto

    2014-08-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar a migração e a modificação de frações de Cu e Zn em solos de vinhedos. Em outubro de 2010 foram selecionados, em Água Doce (SC três vinhedos com idades crescentes e uma área de campo natural com o objetivo de determinar o teor natural dos elementos no solo. Amostras de solo dos vinhedos e campo natural foram coletadas em camadas estratificadas e analisadas. Nas amostras foram realizados o fracionamento químico e a extração de Cu e Zn por EDTA e pelo método 3050B da USEPA. O Cu e o Zn foram acumulados nas camadas mais superficiais dos solos dos vinhedos e maiores concentrações foram observadas no vinhedo com maior idade. A maior parte do Cu e do Zn nos solos dos vinhedos foi distribuída na fração residual que possui baixa mobilidade geoquímica porém nas camadas mais superficiais do solo do vinhedo com maior idade constatou-se aumento do teor de Cu ligado à matéria orgânica do solo e nas camadas mais profundas, ligado aos minerais. A maior parte do Zn no solo dos vinhedos foi distribuída na fração residual e ligada aos minerais; a fração residual possui baixa mobilidade no solo mas pode ser disponível para as plantas e causar toxidez.

  14. Postharvest nitrous oxide emissions from a subtropical oxisol as influenced by summer crop residues and their management Emissão de óxido nitroso do solo no periodo pós-colheita alterada pelos resíduos das culturas de verão e seu manejo em latossolo do sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luisa Fernanda Escobar

    2010-04-01

    ós-colheita (outono em um Latossolo Vermelho distrófico típico situado na Fundação Centro de Experimentação e Pesquisa Fecotrigo (FUNDACEP, Cruz Alta, RS. Três sistemas de manejo foram avaliados: um em preparo convencional com resíduos de soja (PCsoja e dois outros em plantio direto com resíduos de soja (PDsoja e de milho (PDmilho. As emissões de N2O foram medidas em oito coletas de amostras de ar no período de 24 dias (maio de 2007, usando o método da câmara estática. Os fluxos foram obtidos pela relação entre as concentrações de gases dentro da câmara em intervalos regulares (0, 15, 30 e 45 min, analisada por cromatografia gasosa. Sobre os resíduos de soja, as emissões de N2O no período avaliado foram aproximadamente três vezes superiores no solo em PD (164 mg m-2 de N do que em PC (51 mg m-2 de N, atingindo pico máximo de curta duração de emissão de 670 mg m-2 h-1 de N. Por outro lado, sobre os resíduos de milho, o solo em PD apresentou uma emissão inferior (34 mg m-2 de N do que após soja, atingindo valor máximo de 127 mg m-2 h-1 de N. Variáveis de solo foram avaliadas simultaneamente às coletas de gases, e a análise multivariada dos resultados indicou que as principais variáveis controladoras da emissão de N2O foram a atividade microbiana, a temperatura, a porosidade preenchida por água e o teor de NO3- no solo. A inclusão do milho na rotação de culturas deve ser adotada em substituição à monocultura de soja como estratégia de redução da emissão outonal de N2O em solos sob plantio direto do Sul do Brasil.

  15. Metais pesados em solos de área de rejeitos de indústria de processamento de zinco

    OpenAIRE

    M. R. Ribeiro-Filho; N. Curi; J. O. Siqueira; P. E. F. da Motta

    1999-01-01

    Apesar de a poluição do solo ser amplamente constatada, estudos sobre as concentrações e formas dos metais pesados em solos e seus efeitos no ecossistema são ainda pouco enfatizados, principalmente em condições tropicais. O presente estudo foi desenvolvido em área de rejeitos de uma unidade de extração e industrialização de zinco pertencente à Companhia Mineira de Metais-CMM, em Três Marias (MG), com o objetivo de avaliar as quantidades e formas de metais pesados em sete locais representativo...

  16. Efeitos Tóxicos de Arsênio em Eisenia Andrei em Exposição a Solos do Entorno de Minerações de Ouro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Henrique Alves

    2015-06-01

    Full Text Available Os produtos das atividades de mineração têm grande relevância econômica no Estado de Minas Gerais, Brasil. No entanto, seus inúmeros danos à biota, incluindo a fauna edáfica, resultam na necessidade de recuperação e biomonitoramento dessas áreas e do seu entorno. Considerando a importância ecológica e o potencial bioindicador das minhocas, o objetivo deste estudo foi avaliar a toxicidade de arsênio presente em solos do entorno de minerações de ouro, nas bacias dos rios Doce e São Francisco, a oligoquetas da espécie Eisenia andrei Bouché. Amostras de solos dessas áreas foram caracterizadas em relação às suas propriedades físicas e químicas, incluindo os metais Fe, Al, Cu, Ni, Zn e Mn e do metaloide As; com elas, foram conduzidos bioensaios, que avaliaram a sobrevivência, reprodução e variação da biomassa dos organismos. Também foram realizados testes de sensibilidade dessa espécie ao As adicionado a solo artificial tropical e em solo natural. Houve evidente efeito tóxico sobre a reprodução dessa espécie, que esteve altamente correlacionado com as concentrações de As nas amostras (r = -0,80. Amostras de solos naturais de locais avaliados nas duas áreas apresentaram concentrações de As acima do limite estipulado pela Resolução Conama nº 420 de 2009, chegando a 2.388,2 mg kg-1. A CL50 do As em solo artificial tropical (207,4 mg kg-1 foi seis vezes menor que a do solo natural (1.248,1 mg kg-1. A menor biodisponibilidade do As nos solos naturais foi atribuída a sua associação com o minério de Fe presente nas amostras. Concluiu-se que os solos do entorno de áreas de mineração causaram toxicidade crônica a E. andrei, em termos de sua reprodução, o que demonstrou o potencial de danos dessas atividades sobre a fauna edáfica dessas áreas. O estudo também forneceu informações ecotoxicológicas que podem ser úteis em avaliações de risco ambiental em solos tropicais.

  17. Efeito da adubação fosfatada na produção de sementes de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosidelma da Silva Felício Marin

    2015-06-01

    Full Text Available O fósforo pode contribuir com o aumento de qualidade das sementes produzidas e incrementar a produtividade de grãos. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da adubação fosfatada sobre a qualidade, a composição química e a produtividade das sementes de soja e, a produtividade de grãos em lavoura estabelecida partir dessas sementes. Foram realizados dois ensaios. No Ensaio 1 avaliaram-se os seguintes tratamentos: T1 - controle, semeadura sem P2O5; T2 - 50% a menos que a dose de P2O5 recomendada com base na análise do solo; T3 - 100% da dose de P2O5 recomendada; T4 - 50% a mais que a dose de P2O5 recomendada; e, T5 - 100% a mais que dose de P2O5 recomendada. Após a colheita foram determinados o número de sementes e de legumes por planta, a produtividade, a germinação, a viabilidade e o vigor por meio do teste tetrazólio, a composição química e a massa de mil sementes. No Ensaio 2, as sementes colhidas no Ensaio 1 foram semeadas e avaliou-se o número de legumes e o de grãos por planta e a produtividade. O delineamento experimental utilizado nos dois ensaios foi em blocos ao acaso, com cinco repetições. A adubação fosfatada proporciona maior vigor das sementes de soja, além de contribuir para o aumento de fósforo, ferro e zinco nas sementes produzidas. Sementes com maiores concentrações de fósforo em sua constituição contribuem para o aumento de produtividade da soja.

  18. Qualidade de sementes de soja BRS Tracajá, colhidas em Roraima em função do tamanho no armazenamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cylles Zara dos Reis Barbosa

    Full Text Available Resumo O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade física e fisiológica de sementes de soja, cv BRS Tracajá, colhidas em área de cerrado de Roraima em função do tamanho e armazenamento. As sementes foram limpas e classificadas por tamanho, utilizando-se três peneiras de crivos redondos de dimensões 5,5; 6,0 e 6,5 mm, em seguida, acondicionadas em sacos de papel multifoliado e armazenadas durante 6 meses, com temperatura de 23 ºC e umidade relativa do ar de 60%, no laboratório de analise de sementes da Embrapa Roraima. A qualidade das sementes foi avaliada, no início do armazenamento e após 2; 4 e 6 meses, quanto ao peso de mil sementes, germinação, primeira contagem de germinação, condutividade elétrica, emergência de plântula em campo, velocidade de emergência de plântula em campo, peso seco das plântulas e peso seco por plântula. Os resultados mostram que o tamanho das sementes influencia na qualidade física e fisiológica das sementes da cultivar BRS Tracajá durante o armazenamento. As sementes de maiores tamanhos, da cultivar BRS Tracajá (6,5 mm, apresentam maior peso de mil sementes. As maiores porcentagens de germinação e vigor pelo teste de condutividade elétrica das sementes de soja da cultivar BRS Tracajá, durante o armazenamento, foram obtidas nas sementes de maiores tamanhos (6,0 e 6,5 mm. As sementes de maiores tamanhos (6,0 e 6,5 mm da cultivar BRS Tracajá apresentam, durante o armazenamento, a maior porcentagem de emergência de plântula em campo, e as sementes de menores tamanhos (5,5 mm, os menores índices de velocidade de emergência de plântula em campo.

  19. Mobilidade de metais pesados em solo tratado com resíduo siderúrgico ácido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N. M. B. Amaral Sobrinho

    1998-06-01

    Full Text Available Amostras do horizonte Bt de um Podzólico Vermelho-Amarelo (PV, predominante no aterro-piloto de resíduos industriais (ARSI da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN, foram acondicionadas, em 1992, em colunas de vidro com 5,4 cm de diâmetro e 37 cm de altura. Sobre essas amostras de solo foram colocadas amostras de um resíduo ácido da CSN na proporção solo-resíduo de 4:1 (conforme a concepção básica do projeto do ARSI. Tal sistema resíduo-solo foi lixiviado com 50 volumes-poro de água deionizada, com pH 4,5, com o objetivo de avaliar a movimentação de Cr, Mn, Ni, Cu, Zn, Cd e Pb nas colunas. Depois da lixiviação, removeu-se o resíduo do topo das colunas, e seccionaram-se as amostras de solo em 4 partes iguais. Os metais pesados das amostras do resíduo e do solo foram extraídos seqüencialmente. 0 Pb, Cu e Cr mobilizados do resíduo ficaram retidos nos primeiros 5 cm da coluna de solo. 0 Zn, Mn, Ni e Cd tiveram aumento da concentração em profundidade. Nos efluentes das colunas com o resíduo, foram observadas concentrações de Mn e Ni bem superiores aos padrões permitidos pela Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente (FEEMA, 1985.

  20. Fósforo microbiano em solos sob pastagem natural submetida à queima e pastejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Bittencourt de Oliveira

    2011-10-01

    Full Text Available Em ecossistemas de pastagens naturais deficientes em P disponível, a imobilização temporária do P na biomassa microbiana e sua posterior mineralização podem ser considerados mecanismo potencial de suprimento de P às plantas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da queima e do pastejo da vegetação campestre sobre a dinâmica do P no solo, com ênfase no conteúdo de P imobilizado na biomassa microbiana. Os tratamentos consistiram da associação do pastejo (presença ou ausência e da queima (ausência ou presença numa pastagem natural manejada há 13 anos com histórico de queimadas e de pastejo nas posições de relevo de encosta (Argissolo e de baixada (Planossolo. A queima e o pastejo foram arranjados em delineamento completamente casualizado com quatro repetições. Coletaram-se amostras de solo na camada de 0-10 cm em duas épocas, durante a estação de crescimento da pastagem natural, sempre logo após o pastejo. A carga animal utilizada foi calculada adotando-se uma taxa de utilização de 20-35 % da massa de forragem. Determinaram-se o teor de P armazenado na biomassa microbiana do solo, o teor de P total e o de P orgânico total. A análise estatística dos resultados foi baseada em análise de variância via testes de aleatorização. O teor de P microbiano do solo sob pastagem natural variou de 11,4 a 57,3 mg kg-1, representando, em média, 38 e 32 % do P orgânico total do solo, na primeira e na segunda coleta, respectivamente. O P imobilizado na biomassa microbiana constitui a reserva potencial de P capaz de suprir a demanda de espécies nativas nas pastagens naturais, além de ser indicador mais sensível que o teor de P orgânico total do solo para detectar as alterações promovidas pelo pastejo. O manejo das pastagens naturais com fogo diminui a amplitude do incremento de P microbiano decorrente do pastejo.

  1. Contribuição das ramificações e a evolução do índice de área foliar em cultivares modernas de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alencar Junior Zanon

    2015-01-01

    Full Text Available Os objetivos neste trabalho foram quantificar a contribuição das ramificações e a evolução do índice de área foliar em cultivares modernas de soja com diferentes grupos de maturação, tipos de crescimento, semeadas em diferentes épocas e regiões produtoras de soja no Rio Grande do Sul. Experimentos de campo foram conduzidos durante o ano agrícola 2013/2014 em Santa Maria, Júlio de Castilhos e em três lavouras comerciais de soja nos municípios de Restinga Sêca, Tupanciretã e Água Santa. Avaliaram-se (data de ocorrência os estágios reprodutivos e a determinação do índice de área foliar total, máximo, da haste principal e das ramificações em treze cultivares de soja. O índice de área foliar das ramificações contribui com cerca de 31%, 12,3% e 11% do índice de área foliar total nas cultivares determinadas, e com 20,2%, 11,8% e 9% do índice de área foliar total nas cultivares indeterminadas nas semeaduras de setembro, novembro e fevereiro, respectivamente, em Santa Maria. A maioria das cultivares apresentou uma redução no índice de área foliar total, máximo, da haste principal e das ramificações com o atraso da época de semeadura, independentemente do grupo de maturação e tipo de crescimento.

  2. Escarificação mecânica e biológica para a redução da compactação em argissolo franco-arenoso sob plantio direto Mechanical and biological chiseling to reduce compaction of a sandy loam alfisol under no-tillage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. L. Abreu

    2004-06-01

    Full Text Available O manejo influi nas propriedades físicas no campo, alterando a dinâmica do ar, da água e de solutos no solo. Propriedades físicas em sistemas de manejo conservacionista do solo foram avaliadas em um Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico arênico (Typic Hapludalf de textura franco-arenosa no horizonte A. Os tratamentos foram estabelecidos em solo com histórico de 10 anos de plantio direto, a saber: soja em sistema plantio direto; soja em solo escarificado; crotalária em cultivo mínimo e solo descoberto sem preparo. Foram determinadas: a resistência mecânica à penetração; a densidade do solo; a porosidade total; a distribuição do tamanho de poros; a condutividade hidráulica do solo saturado e não saturado; a infiltração de água no solo pelos métodos de anéis concêntricos e sob chuva natural; a variação da umidade volumétrica do solo durante o ciclo das culturas e a curva característica de água no solo. Observou-se que a resistência mecânica à penetração (RP foi máxima na camada de 0,075 m, nos tratamentos sem preparo do solo, enquanto, no solo escarificado (Esc-soja, a RP máxima ocorreu em maior profundidade (0,175 m. A mobilização subsuperficial (escarificação e a superficial (discagem e semeadura do solo não se refletiram em redução na densidade do solo (Ds. O solo sob plantio direto de soja apresentou maior volume de macroporos que o solo sob cultivo de crotalária e descoberto, na profundidade 0,02 a 0,05 m, favorecendo a maior condutividade hidráulica do solo saturado e a menor retenção de água no solo em situação de déficit hídrico. Dentre as propriedades físico-mecânicas analisadas, a RP mostrou-se mais sensível em detectar a compactação do que a Ds e porosidades, especialmente para camadas de solo pouco espessas. A eficácia da ruptura da camada compactada do solo depende da propriedade hídrica ou mecânica do solo usada como indicadora. Usando a condutividade hidráulica do solo

  3. Atributos físicos de um Hapludox em função de sistemas de produção integração lavoura-pecuária (ILP, sob plantio direto = Soil physical characteristics of an Oxisol as affected by production systems lay farming, under no-tillage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Tulio Spera

    2010-01-01

    Full Text Available Alguns atributos físicos do solo foram avaliados, após oito anos da instalação do experimento (1995 a 2003, num Latossolo Vermelho distrófico típico, em Coxilha, Estado do Rio Grande do Sul, em seis sistemas de produção de grãos com pastagens anuais de inverno e deverão: sistema I (trigo-soja / pastagem de aveia preta + ervilhaca-milho; sistema II (trigo-soja / pastagem de aveia preta + ervilhaca + azevém-milho; sistema III (trigo-soja / pastagem de aveia preta + ervilhaca-pastagem de milheto; sistema IV (trigo-soja / pastagem de aveia preta + ervilhaca + azevém-pastagem de milheto; sistema V (trigo-soja / aveia branca-soja / pastagem de aveia preta + ervilhaca-pastagem de milheto; e sistema VI (trigo-soja / aveia branca-soja /pastagem de aveia preta + ervilhaca + azevém-pastagem de milheto. A densidade de solo e resistência à penetração foram maior na camada 10-15 cm do que na camada 0-5 cm. Nos sistemas I, V e VI, houve diminuição da porosidade total e aumento da densidade e da resistência à penetração de solo, na camada 10-15 cm, em relação à camada 0-5 cm, devido maior intensidade das atividades agropastoris. Após oito anos, os sistemas de manejo com integração lavoura pecuárianão provocaram degradação, em níveis limitantes, nas propriedades físicas do solo manejado sob sistema plantio direto. Soil physical characteristics were evaluated, after eight years (1995 to 2003, on a typic Hapludox located in Coxilha, Rio Grande do SulState, Brazil. Six crop production systems were evaluated: system I (wheat-soybean / black oat + common vetch pasture-corn; system II (wheat-soybean / black oat + common vetch + annual ryegrass pasture-corn; system III (wheat-soybean / black oat + common vetch pasture-pearl millet pasture; system IV (wheat-soybean / black oat + common vetch + annual ryegrass pasture-pearl millet pasture; system V (wheat-soybean, white oat-soybean / black oat + common vetch pasture-pearl millet pasture

  4. Atributos dos solos e riscos de lixiviação de metais pesados em solos tropicais / Soil attributes and risk of leaching of heavy metals in tropical soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milton César Costa Campos

    2010-12-01

    Full Text Available A influência nociva dos íons metálicos no ecossistema via contaminação das águas, dos solos e consequentemente dos organismos vivos nos últimos anos têm despertado grande interesse na compreensão do comportamento e dos mecanismos de transporte dos metais no solo e em outros compartimentos do ambiente. Sendo assim, o objetivo desta revisão foi discutir aspectos do solo e suas relações com o comportamento dos metais pesados e seus possíveis riscos de lixiviação. É sabido que de maneira geral, os metais pesados comportam-se no solo dependendo dos seguintes atributos, pH, quantidade de matéria orgânica, potencial redox, tipologia e quantidade da argila. Por outro lado, em ecossistemas tropicais, onde predominam solos altamente intemperizados, a movimentação dos metais pesados no perfil do solo é governada principalmente pelo regime hídrico, capacidade de retenção do solo e posição do solo na paisagem. Apesar da importância do tema, os estudos ainda são bastante incipientes e preliminares, necessitando de investigações mais aprofundadas que enfatize as particularidades de cada elemento e suas interações no solo em ecossistemas tropicais, possibilitando o estabelecimento de ações preventivas para evitar a contaminação dos recursos naturais.

  5. Teores naturais de bário em solos de referência do estado de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Miranda Biondi

    2011-10-01

    Full Text Available O bário (Ba é um metal alcalino terroso de ocorrência natural no solo. É constituinte de carbonatos, sulfatos e silicatos e ocorre como substituto isomórfico de elementos como Ca e K nos minerais. Quando disponível em elevados teores no solo, o Ba pode causar toxidez a diversos organismos vivos. Para considerar que determinado solo está livre de contaminação por esse elemento, faz-se necessário conhecer os teores de Ba nesse solo em condição natural. Portanto, a determinação de teores naturais de Ba em solos é essencial para a construção de uma legislação que sirva de base ao monitoramento e remediação de áreas contaminadas por esse elemento e que seja adequada à realidade pedológica local. Nesse contexto, o objetivo desta pesquisa foi determinar os teores naturais de Ba como base de referência de qualidade para os Solos de Referência do Estado de Pernambuco. Foram coletadas amostras dos dois primeiros horizontes dos 35 perfis de referência, as quais foram submetidas à digestão ácida em micro-ondas (método 3051A. Nos extratos obtidos foi efetuada a determinação dos teores de Ba por ICP-OES. Observaram-se teores de Ba superiores aos valores de prevenção e de investigação estabelecidos pela legislação brasileira (CONAMA, 2009, corroborando a necessidade de maior conhecimento das diversidades regionais para a elaboração de normas nacionais. Os teores naturais de Ba determinados nos solos podem ser utilizados como base para a definição dos valores de referência de qualidade para Ba nos solos de Pernambuco, de acordo com o preconizado pela legislação nacional.

  6. Aplicação superficial de calcário e diferentes resíduos em soja cultivada no sistema plantio direto Surface application of limestone and different residues on soybean grown in no-till system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliano Corulli Corrêa

    2009-01-01

    Full Text Available A prática da correção da acidez do solo pela aplicação superficial de corretivos sobre a palha no sistema plantio direto se restringe ao calcário, não havendo maiores estudos em relação à escória de aciaria, lama cal e lodo de esgoto centrifugado. O objetivo do trabalho foi avaliar os índices de acidez do solo e a produtividade da soja em função da aplicação superficial de lodo de esgoto centrifugado, lama cal, escória de aciaria e calcário dolomítico. O trabalho foi desenvolvido em Latossolo Vermelho distrófico, durante os anos agrícolas de 2002 a 2005, sob sistema plantio direto. Os tratamentos constituíram da aplicação superficial de escória de aciaria (E, lama cal (Lcal, lodo de esgoto centrifugado (LC, calcário dolomítico e sem aplicação de corretivo, em delineamento em blocos ao acaso, com quatro repetições. A aplicação superficial de escória de aciaria, lama cal e lodo de esgoto centrifugado permite a correção da acidez do solo, o deslocamento do Ca2+, o aumento da saturação por bases e redução do Al3+ até 40 cm, e para o calcário, até 20 cm, fatores que condicionaram o aumento da produtividade da soja para os tratamentos LC, E e Lcal em 2003/2004 e 2004/2005 e para LC e E em 2002/2003 no sistema plantio direto.The practice of correcting soil acidity by surface application of pH-correcting materials on crop residues in the no-till system is restricted to limestone. No further studies are available on the use of steel slag, lime mud, and centrifuged sewage sludge. The objective of this study was to evaluate soil acidity and yield of soybean as a function of surface application of centrifuged sewage sludge, lime mud, steel slag, and dolomitic limestone. The study was conducted on a dystrophic Clayey Rhodic Hapludox soil, during the 2002_2005 cropping seasons, under notill system. Treatments consisted on surface application of slag _ E, lime mud _ Lcal, centrifuged sewage sludge _ LC, dolomitic

  7. CARACTERÍSTICAS SENSORIAIS DE BOLOS ESPONJA PREPARADOS COM FARINHAS DE TRIGO E SOJA EXTRUSADAS EM DIFERENTES PARÂMETROS DE EXTRUSÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. H. WANG

    2009-03-01

    Full Text Available

    A mistura de trigo e soja representa uma importante fonte calórico-protéica com proteínas de boa qualidade e o processo de extrusão melhora as suas características sensoriais. Com o objetivo de otimizar o processo de extrusão para obtenção de uma farinha précozida de trigo e soja destinada para bolo esponja, foram estudados os efeitos de parâmetros de extrusão como: umidade de mistura, temperatura de barril (TB e velocidade de rotação de parafuso (VRP, nas características sensoriais dos bolos esponja elaborados. Usou-se extrusor de rosca única para extrusar a mistura em três níveis de umidade, três TB e três VRP. Os resultados indicam que, os bolos esponja elaborados apresentaram melhores impressões globais com o aumento da VRP em 23% de umidade para todas as TB usadas, sendo esta reduzida para 150 rpm em 26 e 29% de umidade. As características sensoriais (aparência, textura e sabor melhoraram, à medida que se aumentava a TB em 23% de umidade. Porém, em 26 e 29% de umidade, os melhores escores foram obtidos em 90ºC. O bolo esponja elaborado com a farinha mista com 23% de umidade e extrusada em 180 rpm a 100ºC, apresentou as melhores características sensoriais, sendo a mais preferida pela equipe massal de provadores nãotreinados. PALAVRAS-CHAVES: Bolo esponja; farinha précozida; mistura de trigo e soja; extrusão.

  8. Variabilidade espacial da resistência do solo à penetração e da taxa de estratificação de carbono orgânico do solo em um Latossolo Vermelho eutroférrico

    OpenAIRE

    Fidalski,Jonez; Tormena,Cássio Antonio; Gonçalves,Antonio Carlos Andrade; Oliveira Júnior,Rubem Silvério

    2006-01-01

    A compactação e a qualidade do solo são constantemente questionadas para a definição do manejo de solo em plantio direto. Os objetivos deste estudo foram avaliar a variabilidade espacial da resistência do solo à penetração, da densidade do solo e a taxa de estratificação de carbono orgânico do solo em camadas de um Latossolo Vermelho eutroférrico, textura muito argilosa, em áreas contíguas de plantio direto com rotação de culturas e plantio direto com sucessão de culturas associado à escarifi...

  9. Teores de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni E Co em solos de referência de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Miranda Biondi

    2011-06-01

    Full Text Available Metais pesados formam um grupo de elementos com particularidades relevantes e de ocorrência natural no ambiente, como elementos acessórios na constituição de rochas. Esses elementos, apesar de associados à toxidez, exigem tratamento diferenciado em relação aos xenobióticos, uma vez que diversos metais possuem essencialidade (Fe, Mn, Cu, Zn e Ni e benefício (Co comprovados para as plantas. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi determinar os teores naturais dos metais Fe, Mn, Zn, Ni, Cu e Co nos solos de referência de Pernambuco. Foram coletadas amostras de solo nas três regiões fisiográficas (Zona da Mata, Agreste e Sertão, dos dois primeiros horizontes dos 35 solos de referência do Estado de Pernambuco. A digestão das amostras baseou-se no método 3051A (USEPA, 1998, e a determinação foi efetuada em ICP-OES. Correlações significativas foram estabelecidas entre os metais e entre estes e a fração argila do solo, em ambos os horizontes, indicando a associação comum da maioria dos metais com solos mais argilosos. A maioria dos solos apresentou teores de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni e Co menores que os de solos de outras regiões do País, com litologia mais máfica, o que corrobora o fato de que os teores desses elementos são mais diretamente relacionados aos minerais Fe-magnesianos. Os resultados indicam baixo potencial dos solos de Pernambuco em liberar Cu, Co e Ni para plantas, enquanto deficiências de Zn, Fe e Mn são menos prováveis. Os teores naturais de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni e Co determinados podem ser utilizados como base para definição dos Valores de Referência de Qualidade para os solos de Pernambuco, de acordo com o preconizado pela legislação nacional.

  10. Teor e dinâmica do carbono no solo em sistemas de integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio Cesar Salton

    2011-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade de sistemas de manejo do solo alterarem os teores e a dinâmica do carbono no solo. Foram avaliados a vegetação natural e sistemas de manejo compostos de pastagens, lavouras anuais em preparo convencional e em plantio direto, e rotação de pastagem com lavoura, em experimentos de longa duração conduzidos em Dourados, Maracaju e Campo Grande, MS. Os experimentos foram dispostos em delineamento inteiramente casualizado, em Dourados e Maracaju, e em blocos ao acaso em Campo Grande. Foram determinados os teores e os estoques de C total no solo e em frações granulométricas da matéria orgânica do solo (MOS. A qualidade da MOS foi estimada pela relação entre o C nas frações lábil e não lábil, e expressa na forma de labilidade. A pastagem, permanente ou em rotação com lavouras, aumentou o C na fração particulada e a labilidade da MOS. As menores taxas de acúmulo e os menores estoques de C no solo foram observados nos sistemas apenas com lavouras anuais, enquanto os maiores valores foram registrados nos sistemas com pastagens.

  11. Formas de aplicação de inoculante e seus efeitos sobre a nodulação da soja Forms of inoculant application and effects on soybean nodulation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santiel Alves Vieira Neto

    2008-04-01

    Full Text Available Atualmente, tem-se difundido a aplicação de inoculante no sulco de semeadura na cultura da soja, mas há poucas informações que dão suporte a essa prática e comprovam sua eficiência em diferentes ambientes manejados sob plantio direto. Este trabalho teve como objetivo avaliar a viabilidade da aplicação de inoculantes na cultura da soja, via semente e sulco de semeadura, em solo já cultivado ou não com soja. Foram realizados dois experimentos em campo a partir de dezembro de 2004 em Latossolo Vermelho-Amarelo, seguindo o mesmo método e tratamentos, porém em dois locais distintos, com ou sem cultivo anterior de soja. Foram testados oito tratamentos: (1 inoculação via semente (inoculante + fungicida + micronutriente; (2 sem inoculação (fungicida + micronutriente; (3 testemunha (semente pura, sem tratamento; (4 aplicação no sulco-dose 1 (dose do inoculante recomendada no sulco; (5 aplicação no sulco-dose 2 (duas vezes a dose recomendada no sulco; (6 aplicação no sulco-dose 3 (três vezes a dose recomendada no sulco; (7 sulco-dose 1 + inoculação via semente; e (8 adubação com N (200 kg ha-1 N. Foram avaliados massa de matéria seca de nódulos e número de nódulos totais e nódulos viáveis e não-viáveis aos 30 e 75 dias após emergência. A melhor nodulação foi obtida com aplicação de inoculante + fungicida + micronutriente via semente no solo ainda não cultivado. No solo previamente cultivado com soja, destacaram-se os tratamentos uma e duas vezes a dose do inoculante no sulco. Menores valores de massa seca de nódulos na soja foram obtidos no tratamento com adubação mineral. A aplicação via sulco do inoculante mostrou-se uma prática viável, em razão da semelhança dos resultados obtidos com a aplicação tradicional via semente.Nowadays, inoculant application in the sowing furrow of soybean is widely used, but there is little information underlying this practice, which would prove the efficiency in

  12. Isoflavonas em grãos de soja: importância da atividade de β-glicosidase na formação do sabor amargo e adstringente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. M. A. Araújo

    1997-08-01

    Full Text Available As isoflavonas daidzeína e genisteína são responsáveis pelo sabor amargo e adstringente em derivados de soja, as quais aumentam durante a imersão dos grãos em água. A formação dessas substâncias podem ser inibidas pela glicono-δ-lactona, que atua como inibidor competitivo das β-glicosidases. Conclui-se, portanto, que as β-glicosidases são as responsáveis pela liberação de daidzeína e genisteína em grãos de soja imersos em água. A inibição da atividade das β-glicosidases, pela adição do inibidor (glicono-δ-lactona, reduziu o aparecimento das isoflavonas agliconas em 33% e 23% , respectivamente, nos cultivares Paraná e UFV-5.

  13. Persistência de imazaquin em latossolo roxo cultivado com soja Imazaquin persistence in Rhodic Eutrudox soil cultivated with soybeans

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Carmo S. S. Novo

    1997-01-01

    Full Text Available No ano agrícola de 1988/89 foi realizadoc um experimento de campo na Estação Experimental de Ribeirão Preto, do Instituto Agronômico, com o objetivo de estudar a persistência de imazaquin aplicado em pré emergência na cultura da soja cv IAC-8, em latossolo roxo, textura argilosa e verificar sua influência no rendimento de grãos. O experimento foi disposto em blocos ao acaso, com parcelas subdivididas e repetidos quatro vezes. Nas parcelas foram estudadas as doses de imazaquin 0, 75, 150 e 300g/ha. As linhas das parcelas foram sorteadas e cada época de amostragem de solo foi retirada de uma das entre linhas constituindo-se nas sub-parcelas. A atividade residual do imazaquin foi avaliada por meio de bioensaios, sendo usado o pepino (Cucumis sativus L. cv Sprent, como planta-teste. O número de dias que cada dose levaria para não apresentar mais efeito residual no solo foi determinada através de análise de regressão polinomial, estabelecida por dose. Verificou-se que onde haviam sido aplicados 75 e 150g/ha de imazaquin, aos 10 dias não havia mais efeito no crescimento da planta-teste. Para a dose de 300g/ha somente aos 22 dias deixou de existir efeito residual. Entretant o, aos 60, 48 e 43 dias após a aplicação do produto, respectivamente para 75, 150 e 300g/h a, novamente foi observada redução no crescimento da planta-teste com sintomas típicos nas folhas de pepino. Somente a partir de 89 dias para a dose de 75g/ha e 104 dias para as doses 150 e 300g/h a do imazaquin estimou-se que não seria mais observado atividade residual do produto em latossolo roxo. Não houve efeito de doses de imazaquin no rendimento de grãos de soja.In order to study the imazaquin persistence in a Rhodic Eutrudox Soil cultivated with soybean cv IAC-8, a field experiment was carried out at Ribeirão Preto Experimental Station, in 1988/89. A complete split-plot randomized block design with four replication was used. In the main plots were studied the

  14. DESEMPENHO DOS COMPONENTES DE PRODUÇÃO EM CULTIVARES DE SOJA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor Alves Ribeiro

    2015-12-01

    Full Text Available Busca-se cultivares cada vez mais adaptadas e que expressem maiores níveis de produtividade, trazendo assim um melhor aproveitamento de áreas produtivas. Os componentes produtivos estão ligados à produtividade das cultivares de soja e são importantes no seu processo de seleção. Assim, este trabalho teve por objetivo avaliar duas cultivares de soja RR, com ciclos de maturação, precoce e superprecoce em sua adaptação a região central de Goiás. O delineamento foi conduzido em blocos casualizados com seis repetições. Os componentes de produção avaliados foram: Altura de plantas, número de grãos por planta, número de grãos por vagem, número de hastes, número de nós reprodutivos, número de vagens, número de vagens chochas, peso de grãos por planta, massa de mil grãos e produtividade. Os dados foram submetidos ao software Assistat para análises estatísticas e foi realizado o teste Tukey a 5% de probabilidade. As cultivares testadas apresentam variações nos caracteres produtivos avaliados e foram influenciados pelo hábito de crescimento. Através do número de nos reprodutivos foi possível identificar cultivares mais responsiva. A cultivar de hábito de crescimento determinado proporcionou maior rendimento de grãos.   A cultivar de com hábito de crescimento indeterminado foi desfavorecida pela variação pluviométrica durante o estádio fenológico R5.

  15. Crescimento em altura dominante do Pinus elliottii e Pinus taeda em solos arenizados degradados no oeste do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Renato Schneider

    2013-11-01

    Full Text Available A introdução de espécies florestais de rápido crescimento em áreas com solos arenizados e degradados pode ser uma alternativa tanto para a prevenção como para a minimização desse problema. O trabalho objetivou avaliar o crescimento em altura dominante do Pinus elliottii Engelm. e Pinus taeda L. em relação aos solos arenizados e degradados por ação antrópica, no oeste do estado do Rio Grande do Sul (RS. Para isso, foram selecionadas árvores dominantes em povoamentos com 29 anos de idade, em áreas com dois níveis de degradação, as quais foram abatidas e seccionadas pelo método de Smalian para a obtenção de discos de madeira para a análise dendrocronológica e determinação da altura dominante por idade, no período de 1982 a 2010. Os crescimentos em altura dominante dessas espécies, quando comparados entre si e por nível de degradação do solo, apresentaram tendências diferentes de desenvolvimento no tempo, indicando a presença de polimorfismo das curvas.

  16. Avaliação da casca proteinada de soja em dietas para ovinos = Evaluation of soybean protein hulls in diets for sheep

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Peripolli

    2011-04-01

    Full Text Available Foi avaliada a utilização de cinco níveis de casca proteinada de soja (0, 4, 8, 12 e 16% em substituição ao farelo de soja em dietas para ovinos em confinamento. Foram avaliados o desempenho, o consumo, a digestibilidade dos nutrientes e os balanços energético e nitrogenado em função da dieta. Vinte cordeiros da raça Texel, com peso vivo médio inicial de 28 kg, foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com cinco tratamentos e quatro repetições. A dieta foi composta de 30% de volumoso e 70% de concentrado. O farelo de soja dos concentrados foi gradativamente substituído pela cascaproteinada de soja (CPS. O consumo de nutrientes, a conversão alimentar e o ganho de peso não foram influenciados pelo aumento do nível de inclusão da CPS na dieta. Os níveis de CPS também não influenciaram as digestibilidades da MS, MO, N (PB, FDN e EB e osbalanços energético e nitrogenado. The aim was to evaluate the use of five levels of soybean protein hulls (0, 4, 8, 12 and 16% in place of soybean meal in diets for sheep in confinement. We evaluated the performance, intake, nutrient digestibility and, energy and nitrogen balance in terms of diet. Twenty Texel lambs with an average weight of 28 kg were distributed in a completely randomized design with four replications. The diet consisted of 30% roughage and 70% concentrate. The soybean meal in the concentrates was gradually replaced by soybean protein hulls (SPH. Nutrient intake, feed-to-gain ratio and weight gain were not affected by increasing the inclusion level of SPH en the diet. SPH levels also did not influence the digestibility of DM, OM, N (CP,NDF and GE and the energy and nitrogen balance.

  17. Rendimento do feijoeiro irrigado cultivado no inverno em sucessão de culturas, sob diferentes preparos do solo = Irrigated winter common bean crop yield in crop succession, under different soil management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matheus Gustavo da Silva

    2006-07-01

    Full Text Available O trabalho foi desenvolvido em área experimental, localizada no município de Selvíria, Estado do Mato do Grosso do Sul, durante a safra 2003/04, objetivando verificar o desenvolvimento e a produtividade do feijoeiro de inverno irrigado, cultivado após diferentes culturas de verão (arroz, milho, milho + capim braquiária, milho + mucuna-preta, soja e Crotalaria juncea, sob diferentes preparos do solo (escarificador + grade niveladora, grade aradora + grade niveladora, e plantio direto. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualisados, disposto em esquema de faixas, com quatro repetições. Não houve interação significativa entre as culturas de verão e os preparos do solo. As culturas de verão que apresentaram maior porcentagem de recobrimento do solo e rendimento de matéria seca foram a Crotalaria juncea, milho + mucuna-preta, milho + capim braquiária e milho. Os preparos do solo e as culturas de verão não influenciaram o desenvolvimento do feijoeiro, bem como seus componentes de produção e sua produtividade.The study was carried out in Selvíria, Mato Grosso do Sul State,during 2003 and 2004, aiming to evaluate the development and grain yield of common bean irrigated in winter , cultivated after different summer crops (corn, rice, corn + braquiaria grass, corn + black velvet bean, soybean and sunnhep under different soil management(moldboard-plow + leveling disk, disk-plow + leveling disk and no-tillage. The experimental design was randomized blocks in stripes scheme, with four repetitions. There was not any interaction among the used summer crops and the soil management systems. The summercrops that presented larger recovering percentage and shoot dry matter production were sunnhep, corn + black velvet bean, corn + braquiaria grass and corn. The soil management and summer crops do not influence the common bean development, as well as its yieldcomponents and productivity.

  18. Controle de plantas daninhas na cultura da soja através do herbicida acetochlor em sistemas de semeadura direta e preparo convencional Weed control in soybean crop using the herbicide acetochlor under direct seeding and conventional system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.V.W. Ferri

    2002-08-01

    Full Text Available O manejo do solo altera a bioatividade dos herbicidas residuais e influi na persistência, na eficácia de controle das plantas daninhas e na fitotoxicidade para as culturas. Um experimento foi conduzido na Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com objetivo de avaliar a eficácia de controle das plantas daninhas pelo herbicida acetochlor aplicado em solo Argissolo Vermelho sob semeadura direta e preparo convencional. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com quatro repetições em parcelas subsubdivididas. O acetochlor foi utilizado nas doses de 0, 1.680, 2.520, 3.360 e 4.200 g ha¹. Foi avaliado o controle das plantas daninhas aos 15, 30 e 45 dias após aplicação do acetochlor (DAT. Foram avaliados também a injúria na cultura da soja aos 14, 21 e 28 DAT e a matéria seca das plantas daninhas aos 40 e 60 DAT. O herbicida acetochlor foi mais eficiente no controle das plantas daninhas no solo sob preparo convencional que sob semeadura direta. A produção de matéria seca dessas plantas foi menor no preparo convencional comparado à semeadura direta. Não ocorreu injúria à cultura da soja.Soil management affects herbicide bioactivity and changes persistence, weed control and crop selectivity. An experiment was carried out at the Federal University of Rio Grande do Sul - Brazil, to evaluate the efficacy of the herbicide acetochlor in controling weeds in a Paleudult soil under direct seeding and conventional system. The following treatments were tested: acetochlor at 0, 1,680, 2,520, 3,360 and 4,200 g ha-1, applied under tillage and no-till systems. Assessments included crop injury at 14, 21 and 28 days after acetochlor aplication, weed dry matter at 40 and 60 days after herbicide aplication and weed control at 15, 30 and 45 days after acetochlor aplication. Acetochlor was more efficient under conventional than direct seeding system. Weed dry biomass was lower under conventional than direct

  19. Comportamento de variedades de soja cujas sementes foram inoculadas com diferentes misturas de estirpes de Rhizobium,em latosol roxo do Estado de São Paulo Behavior of soybean varieties inoculated wtth different mixtures of Rhizobiumstrains in latosol soils of the State of São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H. A. A. Mascarenhas

    1968-01-01

    Full Text Available Em solo Latosol Roxo, estudou-se o comportamento de cinco variedades de soja cujas sementes foram inoculadas, ou não, com diferentes misturas de estirpes de Rhizobium. Na produção de sementes, a variedade Hardee foi equivalente à IAC-1 e superior às variedades E-2006, L-571 e Bienville. IAC-1 também foi superior a Bienville. A adubação nitrogenada não aumentou a produção, e as pequenas respostas aos inoculantes não foram significativas. Conquanto a área experimental nunca tivesse cultura de soja, a nodulação foi intensa em todos os canteiros, e não se notou aumento em conseqüência da inoculação experimental.The performance of five soybean varieties whose seeds were inoculated with four different mixtures of Rhizobiumstrains was studied at Ribeirão Prêto, State of São Paulo. In the seed yields, Hardee was statistically equivalent to IAC-1 and superior to L-2006, L-571 and Bienville. Mineral nitrogen did not increase the seed yields and the small responses to the inoculants were not significant. Although the experimental field had never been cropped with soybeans, the nodule formation was very good in all of the plots, so that no increase due to the experimental inoculants was observed.

  20. Extratores de fósforo em solos da Amazônia tratados com fertilizantes fosfatados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. C. Brasil

    1997-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a disponibilidade de fósforo em amostras de solos representativos da Amazônia, desenvolveu-se um experimento em casa de vegetação do Centro de Energia Nuclear na Agricultura, Piracicaba (SP, de outubro de 1993 a março de 1994, utilizando-se amostras da camada superficial de cinco solos (LA-médio, LA-argiloso, LA-muito argiloso, PV-argiloso e PV-muito argiloso. Foram usados, como fontes de P, superfosfato triplo, termofosfato yoorin em pó, termofosfato yoorin semi-acabado e fosfato natural da Carolina do Norte, nas doses de P equivalentes a 0, 40, 80 e 120 mg kg-1 de solo. Caupi e arroz foram usados como plantas-testes, e os resultados de produção de matéria seca e de P acumulado na parte aérea foram correlacionados com os de teores de P nas amostras de cada solo. A extração de P foi efetuada por meio dos métodos da resina trocadora de ânions, Mehlich-1, Mehlich-3 e Bray-I. Os resultados obtidos demonstraram que o extrator Mehlich-1 extraiu grandes quantidades de fósforo nos tratamentos com fosfato natural da Carolina do Norte. Independentemente da fonte de fósforo utilizada, o extrator Mehlich-3 apresentou as melhores correlações com o caupi e o arroz. Os extratores Mehlich-3 e Bray-I apresentaram maior sensibilidade às variações de solo. O extrator Mehlich-3 mostrou-se adequado na avaliação da disponibilidade de fósforo para as plantas, em diferentes condições de solos e fontes de fósforo.

  1. Extratores para avaliação da disponibilidade de metais pesados em solos adubados com vermicomposto de lixo urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mantovani José Ricardo

    2004-01-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram selecionar extratores químicos para avaliação da disponibilidade de metais pesados em solos tratados com vermicomposto de lixo urbano e calcário, e verificar os efeitos destes insumos nos teores disponíveis de metais pesados em solos. Foram realizados dois ensaios em casa de vegetação. Em um deles, foi usado um Latossolo Vermelho distroférrico e, no outro, um Argissolo Vermelho-Amarelo eutrófico, e, em ambos, a alface foi utilizada como planta-teste. O delineamento experimental de cada experimento foi em blocos ao acaso, em esquema fatorial 5x5, com quatro repetições, combinando-se doses de corretivos da acidez para elevar a saturação por bases a 40%, 50%, 60%, 70% e 80%, e o equivalente a 0, 25, 50, 75 e 100 t ha-1 de vermicomposto. Os extratores DTPA e Mehlich 3 detectam aumento nos teores de Ni, Pb, Cu e Zn em solos argiloso e arenoso adubados com vermicomposto de lixo urbano. O DTPA é mais eficiente que os extratores Mehlich 1 e Mehlich 3 na avaliação das alterações nos teores disponíveis dos metais pesados provocadas pelas mudanças no pH no solo argiloso. O Mn é o único elemento cuja disponibilidade é avaliada eficientemente tanto no solo argiloso como no arenoso, pelo DTPA.

  2. Estado nutricional e produção do capim-pé-de-galinha e da soja cultivada em sucessão em sistema antecipado de adubação Nutritional condition and yield of finger millet and soybean grown in succession in a system of anticipated fertilization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eros Artur Bohac Francisco

    2007-01-01

    Full Text Available Argumenta-se sobre a viabilidade de manejo químico do solo estar relacionado à adubação de todo o sistema de cultivo (adubação antecipada visando promover o incremento de material orgânico no agroecossistema, devido as suas inúmeras vantagens no aspecto da conservação do solo, preservação dos recursos naturais renováveis e na reciclagem dos nutrientes; ou mantém-se o tradicional sistema de adubação de base, isto é, aplicação de fertilizantes simultaneamente à semeadura da cultura. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da antecipação da adubação para a cultura da soja sobre: (a produção de matéria seca e extração de nutrientes pelo capim-pé-de-galinha [Eleusine coracana (L. Gaertn.] e (b acúmulo de matéria seca, exportação de nutrientes e produtividade de grãos da cultura da soja semeada em sucessão ao capim-pé-de-galinha. O experimento foi desenvolvido em Piracicaba (SP, na safra agrícola 2001/2002, utilizando o delineamento de blocos completos casualizados com três repetições. A antecipação da adubação da soja, por ocasião da semeadura do capim-pé-de-galinha, não interferiu no acúmulo de matéria seca, na exportação de nutrientes pelos grãos, nem na produtividade agrícola da soja. O capim-pé-de-galinha respondeu positivamente à adubação da soja aumentando a produção de matéria seca e a extração de nutrientes. Os resultados deste estudo mostram que o manejo da adubação, visando ao rendimento operacional do processo de semeadura, pode ser utilizado para favorecer a instalação da cultura da soja na época recomendada.Questions arise on the viability of the chemical management of soil being related to the fertilization of the cropping system (anticipated fertilization aiming to increase organic matter in agroecosystems due to their several advantages regarding soil conservation, natural resources preservation and nutrient recycling; or whether the traditional fertilization

  3. Fenóis derivados da lignina, carboidratos e aminoaçúcares em serapilheira e solos cultivados com eucalipto e pastagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodinei Facco Pegoraro

    2011-04-01

    Full Text Available O cultivo de espécies florestais como o eucalipto em solos ocupados por pastagens pode levar a alterações no processo de decomposição de resíduos vegetais e na formação da matéria orgânica do solo (MOS, principalmente por alterar a contribuição de diferentes compostos orgânicos e modificar a atividade e a diversidade microbiana. Neste sentido, o presente estudo teve o objetivo de avaliar alterações causadas pelo cultivo do eucalipto em compostos orgânicos, tais como: fenóis derivados de lignina, carboidratos e aminoaçúcares, visando identificar o estádio de decomposição e a contribuição de compostos de origem microbiana para a MOS em solos do litoral Norte do Espírito Santo em comparação àqueles de pastagem. Os resultados indicaram menor aporte de carboidratos e teor de lignina similar na serapilheira de eucalipto em comparação àqueles da pastagem. Os fenóis derivados de lignina, que se caracterizaram pela presença de compostos do grupo cinamil (ácidos ferúlico e p-coumárico em maior teor, refletiram em maior acúmulo destes compostos e carboidratos totais no solo de pastagem, embora os teores totais de lignina, COT, NT e aminoaçúcares tenham sido semelhantes entre os cultivos. Nos solos cultivados com eucalipto obteve-se maior contribuição de componentes de origem vegetal (menor relação H/P para a MOS que aqueles de origem microbiana em comparação aos solos sob pastagem. O teor de determinados aminoaçúcares, como a glucosamina, nos solos indicou que os fungos são mais abundantes que bactérias e actinomicetos, especialmente no solo de pastagem.

  4. Propriedades físicas e químicas em diferentes usos do solo no Brejo Paraibano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Sousa Silva

    2013-08-01

    Full Text Available A substituição da vegetação nativa no Brejo Paraibano, inicialmente por cana-de-açúcar e mais recentemente por pastagens, em relevo fortemente ondulado, causaram sérios problemas de degradação do solo. Atualmente, partes dessas pastagens estão dando lugar ao plantio de sabiá (MIMOSA CAESALPINIAEFOLIA: Benth. Objetivou-se, neste trabalho, analisar o efeito dessas mudanças nas propriedades físicas e químicas do solo e no desenvolvimento das raízes. O experimento foi conduzido no município de Areia, PB, em um Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico. Os tratamentos foram representados por três diferentes usos: mata secundária, cultivo de sabiá e pastagem com braquiária (BRACHIARIA DECUMBENS: . As amostras de solo foram coletadas nas diferentes áreas, em três posições da encosta: parte superior, mediana e inferior. Em cada posição, coletou-se solo em três diferentes pontos em quatro profundidades: 0,0-2,5; 2,5-5,0; 5,0-10,0; e 10,0-20,0 cm, para análises físicas e de raízes. Foram feitas amostras compostas para as análises químicas e do conteúdo de argila. O experimento foi conduzido num delineamento inteiramente casualizado, com medidas repetidas no espaço. Observou-se que a agregação, densidade e a porosidade total apresentaram melhores resultados na área de mata nativa secundária. A substituição da área de pasto por sabiá prejudicou a agregação, mas não alterou a densidade e a porosidade total do solo. Os teores de nutrientes foram maiores na área de sabiá, embora sejam significativos apenas para o K e a saturação por bases. As mudanças no uso do solo sempre causam degradação de suas propriedades físicas e químicas, mas, quando essa substituição é feita por um sistema menos agressivo, é difícil perceber modificações em pouco tempo de uso.

  5. Eficiência simbiótica de fungos micorrízicos arbusculares em solo não fumigado, para mamoeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. V. Trindade

    2000-09-01

    Full Text Available Para que os fungos micorrízicos arbusculares (FMA possam ser utilizados em um programa de inoculação, é necessário que sejam capazes de apresentar eficiência simbiótica em solo que contenha populações indígenas de FMA. Com o objetivo de avaliar a eficiência simbiótica e o potencial de inoculação de fungos MA em solo não fumigado, para o mamoeiro, foi desenvolvido um experimento em condições de casa de vegetação da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Cruz das Almas (BA, utilizando a variedade de mamoeiro Tainung nº 1. Utilizou-se amostra de um Latossolo Amarelo álico que continha 3 mg dm-3 de P disponível e que recebeu doses crescentes de P (0, 20, 40, 80 e 140 mg dm-3, combinadas com inoculação de três espécies previamente selecionadas e três isolados nativos de FMA, obtidos de agrossistema de mamoeiro. As plantas foram inoculadas com solo-inóculo no ato da repicagem e cultivadas por 50 dias, quando se determinaram a colonização, matéria seca da parte aérea e teores de nutrientes nas plantas. Todos os fungos inoculados apresentaram eficiência simbiótica em solo não fumigado, destacando-se Glomus clarum, Gigaspora margarita e isolado 29 (Gigaspora sp., que apresentaram eficiência alta. Os isolados nativos foram mais eficientes em doses mais elevadas de fósforo no solo; a eficiência esteve relacionada com a absorção de fósforo e potássio. Os fungos previamente selecionados em solo fumigado foram também eficientes em solo que continha população indígena de FMA, portanto, validando este procedimento.

  6. Resposta espectral de solos em razão do ângulo de visada, da umidade e da rugosidade superficial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ACCIOLY LUCIANO JOSÉ DE OLIVEIRA

    2000-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar as variações do fator de refletância bidirecional (FRB de três séries de solo (McAllister, Stronghold e Epitaph da microbacia experimental de Walnut Gulch (Arizona, EUA em razão do ângulo de visada, da rugosidade superficial e do teor de umidade. Foram consideradas as faixas espectrais do visível e do infravermelho próximo e médio presentes no sensor TM, e os resultados foram expressos em termos de FRB em relação à resposta no Nadir (FRB relativo. O anisotropismo variou de solo para solo e foi maior nas menores faixas espectrais, nos ângulos de visada maiores localizados na direção do retroespalhamento, nos ângulos solar-zenitais maiores, e na condição de solo seco. No solo Epitaph (único solo submetido ao estudo de rugosidade o anisotropismo foi também maior na superfície mais rugosa. Entretanto, uma melhor diferenciação entre as superfícies lisa e rugosa do solo Epitaph foi obtida na direção do espalhamento da energia refletida. Diferenças na escala e nos métodos de obtenção dos dados são apontadas como causas do realce do comportamento anisotrópico dos dados obtidos em condições de laboratório, em comparação com os dados de campo.

  7. PRESERVANDO CECROPIAIS NATIVOS EM PAISAGENS AMAZÔNICAS: UMA ESTRATÉGIA ECOLÓGICA EM SOLOS DEFICIENTES POR FÓSFORO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Chaves de Oliveira

    2010-06-01

    Full Text Available A conservação de espécies prestadoras de serviços ecológicos em paisagens amazônicas como os agros-ecossistemas locais do Baixo Amazonas é de extrema importância no input de minerais através da serrapilheira produzida por estas espécies. Os cecropiais nativos, formados pela espécie Cecropia palmata, dentre outras, a qual é acumuladora de fósforo (P em tecidos foliares e cascas podem prestar um serviço ecológico em paisagens amazônicas com deficiência por fósforo. Os objetivos desta pesquisa foram a observação da translocação do fósforo em folhas ontogeneticamentes diferentes de Cecropia palmata; bem como, a análise da dinâmica do fósforo em solos sob conglomerados de Cecropia palmata. Os teores de fósforo (P em tecidos foliares de Cecropia palmata demonstraram valores elevados, em torno de 8.4 mg/kg em folhas novas e 5,6mg/kg em folhas com maturação fisiológica, sugerindo serrapilheira de alta qualidade para o ambiente. Além disso, os solos sob influência da rizosfera desta espécie apresentaram importantes hot spots de fósforo.

  8. Crescimento e nodulação de Acacia mangium, Enterolobium contortisiliquum e Sesbania virgata em solo contaminado com metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I. C. B. Trannin

    2001-09-01

    Full Text Available Um dos desafios atuais da pesquisa é encontrar plantas e microssimbiontes tolerantes e que possibilitem a revegetação de áreas degradadas por excesso de metais pesados. Este experimento foi realizado no período de agosto a dezembro de 1998, em casa de vegetação do Departamento de Ciência do Solo da UFLA, Lavras (MG, com o objetivo de avaliar a tolerância a metais pesados e a capacidade de estabelecimento de simbiose de rizóbio de diferentes origens com Enterolobium contortisiliquum (tamboril, Acacia mangium (acácia e Sesbania virgata (sesbânia, em misturas de solos, que continham proporções de solo contaminado (PSC: (0, 15, 30, 45 e 60% v/v com Zn, Cd, Pb e Cu (18.600, 135, 600 e 596 mg dm-3, extraídos por aqua regia, respectivamente, diluído em Latossolo Vermelho distrófico. Estirpes recomendadas (E e isolados de solo contaminado (ISC e de solo não contaminado (ISNC, cuja tolerância a Cu, Cd e Zn foi determinada previamente "in vitro", foram inoculados. O aumento da PSC nas misturas inibiu o crescimento vegetativo, a produção de matéria seca e a nodulação das três espécies. A simbiose tamboril-BR4406 foi a mais tolerante e acácia-BR3617 a mais sensível à contaminação do solo. Os ISC que foram mais tolerantes "in vitro" formaram nódulos eficientes em solo sem contaminação, mas foram ineficientes em solos contaminados. Na PSC 15% (Zn = 750; Cd = 22,1; Pb = 65,1 e Cu = 111 mg dm-3 extraídos por DTPA a atividade específica da nitrogenase aumentou 5 e 10 vezes em relação ao solo sem contaminação para as simbioses sesbânia-BR5401 e tamboril-BR4406, respectivamente. A tolerância de rizóbio a metais "in vitro" não correspondeu à tolerância da simbiose em solo contaminado.

  9. Soja: queima das folhas como critério de seleção para resistência à acidez do solo Leaf scorching as a criteria to select soybean for resistance to soil acidity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Albino Coelho de Miranda

    1988-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de testar critérios para a seleção de progênies resistentes à acidez do solo, conduziu-se um ensaio no Centro Experimental de Campinas (CEC, no período de novembro de 1980 a fevereiro de 1981, em delineamento "latice" simples 5 x 5, duplicado, constituído por 25 diferentes genótipos de soja, em solo glei húmico (hidromórfico orgânico friável com teores elevados de alumínio, fósforo e potássio. Aos sessenta dias da semeadura, tomaram-se as medidas - peso de matéria seca, altura de planta, comprimento de raiz pivotante, nota de queima das folhas e de coloração de raiz. As parcelas eram constituídas de linhas de 2m, espaçadas de 0,60m, e o plantio, realizado em novembro, com a finalidade de obter o máximo crescimento vegetativo. Os resultados permitiram demonstrar a validade do delineamento utilizado para assegurar maior controle local. Houve significância para todos os parâmetros estudados. Os cultivares IAC-9 Biloxi, IAC-Santa Maria 702 e IAC-2 e a introdução PI 274.454 foram os que mais se destacaram em relação ao peso da matéria seca, altura de planta e nota de queima das folhas, e os que apresentaram os melhores índices e menores teores de alumínio e manganês na parte aérea. As notas de coloração de raiz e comprimento da raiz pivotante, apesar das diferenças, não discriminaram os tratamentos de maneira tão clara como os parâmetros anteriores. Dada a correlação alta e significativa entre o peso de matéria seca e a nota de queima das folhas, sugere-se a utilização desse critério no melhoramento genético de soja para resistência à acidez do solo, ressaltando a importância do método aplicado em condições naturais e que leva em consideração também o processo simbiótico de fixação de nitrogênio.An experiment was carried out in an acid hydromorphic soil (Gley humic at Campinas, State of São Paulo, Brazil, in the period November 1980-February 1981, testing 25 cultivars in a

  10. Fungos micorrízicos arbusculares em solos de área poluída com metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. Klauberg-Filho

    2002-03-01

    Full Text Available Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs ocorrem de forma generalizada e formam importante simbiose com a maioria das plantas, mesmo em solos poluídos com metais pesados. Neste estudo, avaliaram-se a ocorrência e a diversidade dos FMAs em quatro locais com gramíneas em uma área de solo contaminado com metais pesados pela extração e industrialização do Zn. Verificou-se a ocorrência generalizada dos FMAs nos locais estudados, sendo esta influenciada pelas concentrações de metais no solo. Encontrou-se um total de 21 espécies, sendo: sete pertencentes ao gênero Acaulospora, seis de Scutellospora, cinco de Glomus, duas de Gigaspora e uma de Entrophospora,Glomus occultum, Acaulospora morrowiae, Acaulospora mellea, Glomus intraradices, Glomus clarum e Scutellospora pellucida foram as de maior ocorrência. A densidade de esporos, a riqueza de espécies e o aumento da dominância relacionaram-se inversamente com as concentrações de metais no solo. Acaulospora mellea, Glomus clarum e Glomus occultum dominaram as populações de esporos no solo. Concluiu-se que os metais pesados exerceram efeito diferenciado sobre os FMAs, dependendo do grau de poluição.

  11. Efeitos de sistemas de produção de grãos envolvendo pastagens sob plantio direto nos atributos físicos de solo e na produtividade Effects of grain production systems including pastures under no-tillage on soil physical properties and yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. T. Spera

    2004-06-01

    Full Text Available A integração da lavoura com a pecuária altera a estrutura do solo, que, por sua vez, interfere nas características físicas na camada superficial. O objetivo deste trabalho foi avaliar os atributos físicos de solo e o rendimento de grãos num Latossolo Vermelho distrófico típico, em Passo Fundo (RS, oito anos após o estabelecimento (1993 a 2000 de sistemas de produção com culturas produtoras de grãos e forrageiras sob pastejo: (I trigo/soja, aveia branca/soja e ervilhaca/milho; (II trigo/soja, aveia branca/soja e pastagem de aveia preta + ervilhaca/milho; (III pastagens perenes da estação fria (festuca + trevo branco + trevo vermelho + cornichão; (IV pastagens perenes da estação quente (pensacola + aveia preta + azevém + trevo branco + trevo vermelho + cornichão, e (V alfafa para feno, tratamento adicional acrescentado em 1994, com repetições em áreas contíguas ao experimento. As áreas sob os sistemas III, IV e V retornaram ao sistema I a partir do verão de 1996. Os tratamentos foram distribuídos em blocos ao acaso com quatro repetições. Amostras de solo também foram coletadas em fragmento de floresta subtropical ao lado do experimento, como testemunha da condição original do solo. A densidade do solo mostrou-se maior na camada subsuperficial (10-15 cm do que na camada superficial (0-5 cm, enquanto para os valores de porosidade total e de macroporosidade ocorreu o inverso. Nos sistemas I, II, III e IV, foram observados maiores valores de densidade do solo e menores de porosidade total e macroporosidade na camada superficial, enquanto, no sistema V e em floresta subtropical, foram encontrados menores valores de densidade e maiores de porosidade total e de macroporosidade. Não houve diferenças entre os atributos físicos para sistemas com e sem integração lavoura-pecuária. Não foram verificadas correlações significativas entre rendimento de culturas e atributos físicos de solo, exceto para macroporosidade do

  12. Integração lavoura e pecuária e os atributos físicos de solo manejado sob sistema plantio direto Livestock-crop integration effects on physical attributes of a soil under no-till

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio Tulio Spera

    2009-02-01

    Full Text Available Atributos físicos de solo foram avaliados num Latossolo Vermelho distrófico típico, em Passo Fundo, RS, dez anos após o estabelecimento (1993 a 2003 de cinco sistemas de produção integrando culturas produtoras de grãos, pastagens de inverno e forrageiras perenes: I trigo/soja, aveia-branca/soja e ervilhaca/milho; II trigo/soja, aveia-branca/soja e forrageiras anuais - aveia-preta + ervilhaca/milho; III forrageiras perenes da estação fria - festuca + trevo-branco + trevo-vermelho + cornichão; IV forrageiras perenes da estação quente - pensacola + aveia-preta + azevém + trevo-branco + trevo-vermelho + cornichão; e V alfafa para feno, acrescentada em 1994, como tratamento adicional, com repetições em áreas contíguas ao experimento. Metade das áreas sob os sistemas III, IV e V retornou ao sistema I a partir do verão de 1996. As culturas, tanto de inverno como de verão, foram estabelecidas sob plantio direto. Os tratamentos foram distribuídos em blocos ao acaso com quatro repetições. Amostras de solo também foram coletadas em fragmento de floresta subtropical ao lado do experimento. O aumento da densidade do solo e da microporosidade, e a redução da porosidade total e da macroporosidade, devido aos distintos sistemas de produção de grãos com pastagens, não atingiram níveis capazes de promover degradação do solo. Os sistemas com pastagens perenes apresentaram menor densidade do solo e maior porosidade total e macroporosidade na camada 0-2 cm, em relação aos sistemas de produção de grãos ou produção de grãos com pastagens anuais.Soil physical characteristics were evaluated of a typical dystrophic Red Latosol (Typic Haplorthox located in Passo Fundo, State of Rio Grande do Sul, Brazil, after ten years (1993 to 2003 under mixed production systems. The effects of production systems integrating grain production with winter annual and perennial forages under no-tillage were assessed. Five mixed cropping systems were

  13. Época e densidade de semeadura afetando a produção de Capim Piatã e Brachiaria ruziziensis em consórcio com soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Andrea Lemus Erasmo

    2017-09-01

    Full Text Available O sistema de consórcio entre culturas é usado em muitas partes do mundo, em geral, tem se mostrado mais produtivo que o monocultivo. Assim sendo, o presente trabalho tem como objetivo avaliar a densidade e época de semeadura de Brachiária brizantha cv. BRS Piatã e Brachiaria ruziziensis em consorcio com a cultura da soja. O estudo foi conduzido em condições de campo na estação experimental da Universidade Federal do Tocantins. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, em esquema fatorial de (2 x 2 x 3 + 4, com quatro repetições, correspondendo a duas épocas de semeadura da Brachiaria brizantha cv. BRS Piatã e Brachiaria ruziziensis, duas densidades de semeadura da braquiária e a braquiária crescida isoladamente nas duas densidades e épocas testadas. 140 dias após o plantio da soja foram determinados o número de perfilhos, altura, massa seca da parte aérea; massa seca foliar e massa seca do colmo. Os dados foram submetidos à análise variância e as médias comparadas pelo teste Tukey. O cultivo da braquiária em consórcio com a soja promoveu a redução de todos os parâmetros avaliados. O aumento da densidade de semeadura promoveu redução no perfilhamento, e aumento na produção de matéria seca.

  14. Adsorção de boro em solos de várzea do Sul de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Azevedo Watson Rogério de

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a adsorção de B em quatro solos de várzea da região de Lavras, MG, por meio dos parâmetros das isotermas de Langmuir e Freundlich, no período de outubro a novembro de 1998. Amostraram-se solos Aluvial, Glei Pouco Húmico, Glei Húmico, e Orgânico artificialmente drenado, coletados na camada de 0-20 cm e peneirados para 2 mm. Amostras com e sem calagem foram incubadas durante 30 dias. Duplicatas de 4,0 g de solo de cada classe foram acondicionadas em tubos de polietileno com oito diferentes doses de B (0, 2, 4, 8, 12, 16, 24 e 32 mig mL-1 preparadas em CaCl2.2H2O 0,01 mol L-1, com ácido bórico como fonte. Os teores de B na solução de equilíbrio foram determinados pelo método da Azometina-H. Os resultados mostraram que alto teor de matéria orgânica confere ao solo Glei Húmico maior capacidade de adsorver boro. A matéria orgânica, a superfície específica, caulinita e alumínio trocável foram os atributos dos solos que se correlacionaram diretamente com a capacidade máxima de adsorção de B (CMAB. A calagem proporcionou diminuição da CMAB em todos os solos.

  15. ALTERAÇÕES DO ÓLEO DE SOJA EM FRITURA DESCONTÍNUA DE PRODUTOS EMPANADOS CONGELADOS EM UMA UNIDADE DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiele WITSCHINSKI

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi avaliar as alterações e o nível de degradação de óleo de soja utilizado em processo de fritura descontínuo de produtos empanados congelados (risóles, croquetes, coxinhas e pastéis em uma Unidade de Alimentação e Nutrição. Durante o processo de fritura descontínua (com e sem reposição de óleo, coletouse amostras de óleo de soja periodicamente a fim de avaliar a estabilidade oxidativa (Acidez total, Índice de peróxido e do ácido tiobarbitúrico TBARS e de cor. Na fritura de produtos empanados congelados observou que a acidez do óleo de soja aumentou gradativamente com o tempo de fritura, atingindo 0,9 % de ácido oleico com 6,7 horas de fritura no lote com reposição de óleo e 6,2 horas no lote sem reposição, respectivamente. No entanto, o grau de rancidez hidrolítica (hidroperóxidos e malonaldeido e o escurecimento do óleo foi mais acentuada após 10 horas de processamento, perdendo luminosidade (brancura, predominando a cor mais intensa para amarelo e com teores de peróxidos e malonaldeído superiores a 9 mEq.Kg-1 e 0,49 mg de malonaldeído.Kg-1, respectivamente. O grau das alterações no óleo de soja, submetido à fritura descontínua, variou principalmente em função de características dos produtos empanados congelados (tamanho das porções, atividade de água dos alimentos e quantidade de partículas sólidas e da reposição ou não de óleo durante o processamento, sendo que o período máximo de utilização do óleo foi de aproximadamente 10 horas.

  16. Gypsum application in the soybeans no-tillage system with and without potassium fertilization. = Gessagem na cultura da soja no sistema de plantio direto com e sem adubação potássica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Rosatto Moda

    2013-08-01

    Full Text Available The gypsum can be used as a sulfur source, thereby improving nutrition and promoting gains in yield of soybeans in no-tillage system. The objective of this study was to evaluate the effects of sulfur applied as gypsum in the soybean culture under the no-tillage system with and without potassium fertilization. The experiment was conducted in the city of Guaíra-SP in an OXISOL. The experimental design used was randomized blocks in factorial scheme 2 x 5 with four replications. The treatments were obtained by combining two levels of K (0 and 60 kg ha-1 K2O, applied as potassium chloride, and five doses of sulfur (0, 30, 60, 90 and 120 kg ha-1 S applied in the form of gypsum. Foliar potassium, calcium and sulfur, in addition to grain yield and oil content in the grains were evaluated. It was observed that the application of sulfur in the soil improved the nutritional status of soybean in potassium, calcium and sulfur, without affecting grain yield, independent of potassium fertilization. The presenceof sulfur in the soil increased the oil content in soybean grain with or without potassium fertilization. = O gesso agrícola pode ser utilizado como fonte de enxofre, desta forma, melhorando a nutrição e promovendo ganhos na produtividade da cultura da soja em sistema de plantio direto. Objetivou-se com este trabalho avaliar os efeitosdo enxofre (S aplicados na forma de gesso agrícola na cultura da soja em sistema de plantio direto com e sem adubação potássica. O experimento foi conduzido no município de Guairá-SP em solo da classe LATOSSOLO VERMELHO Eutrófico. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 2 x 5, com quatro repetições. Os tratamentos foram obtidos pela combinação de dois níveis de K (0 e 60 kg ha-1 de K2O, fonte cloreto de potássio; e cinco doses de enxofre (0, 30, 60, 90 e 120 kg ha-1 de S, fonte gesso agrícola. Foram avaliados os teores foliares de potássio, cálcio e enxofre, al

  17. Propriedades físico-hídricas do solo e demanda energética de haste escarificadora em Argissolo compactado.

    OpenAIRE

    MENTGES, M. I.; REICHERT, J. M.; ROSA, D. P. da; VIEIRA, D. A.; ROSA, V. T. da; REINERT, D. J.

    2010-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da compactação nos atributos físico-hídricos do solo e na demanda energética da haste escarificadora, além de avaliar as propriedades físico-hídricas abaixo da profundidade de trabalho da haste. O trabalho foi conduzido em Argissolo Vermelho-Amarelo de textura francoarenosa, com os seguintes tratamentos: plantio direto por 13 anos; plantio direto por 13 anos em solo escarificado; plantio direto em solo com compactação adicional; e plantio direto ...

  18. Preparo do solo e emissão de CO2, temperatura e umidade do solo em área canavieira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliano L. Iamaguti

    2015-05-01

    Full Text Available O preparo mecânico do solo é uma das práticas agrícolas que contribuem para o aumento da perda de carbono via emissão de CO2 do solo (FCO2. Com este trabalho objetivou-se investigar o efeito de três sistemas de preparo do solo na FCO2, temperatura e umidade do solo em área de reforma da cultura de cana-de-açúcar. A área experimental foi constituída de três parcelas, cada uma recebendo um dos preparos do solo: preparo convencional (PC, subsolagem convencional (SC e subsolagem localizada (SL. A FCO2, temperatura e a umidade do solo foram avaliadas durante o período total de 17 dias. A FCO2 foi maior no preparo PC (0,75 g CO2 m-2 h-1. A temperatura do solo não diferiu (p > 0,05 entre as subsolagens: SL (26,2 ºC e SC (25,9 ºC. A umidade do solo foi maior na SL (24%, seguida pela SC (21,8% e preparo PC (18,3%. Apenas no preparo PC foi observada correlação significativa (r = –0,71; p < 0,05 entre FCO2 e a temperatura do solo. O preparo PC apresentou emissão total (2.864,3 kg CO2 ha-1, superior às emissões nas subsolagens: SC (1.970,9 kg CO2 ha-1 e SL (1.707,7 kg CO2 ha-1. A conversão do sistema de preparo PC para a SL diminuiu as emissões de CO2 do solo, reduzindo a contribuição da agricultura para o aumento dos gases de efeito estufa na atmosfera.

  19. Competitividade de capim-pé-de-galinha com soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alana Cristina Dorneles Wandscheer

    2013-12-01

    Full Text Available A competição é uma interferência negativa, na qual indivíduos competem por recursos do meio. Objetivou-se avaliar a competitividade do capim-pé-de-galinha com soja. O experimento foi realizado em casa-de-vegetação, em delineamento inteiramente casualizado e quatro repetições. Os tratamentos foram cinco proporções da cultura e da espécie daninha, respectivamente, 8:0, 6:2, 4:4, 2:6 e 0:8, que correspondeu a 100, 75, 50, 25 e 0% de plantas de soja, e o inverso para o capim-pé-de-galinha, com população final constante de oito plantas vaso-1 (8 L, correspondendo a aproximadamente 250 plantas m-2. A análise da competitividade foi realizada por meio de diagramas aplicados a experimentos substitutivos e índices de competitividade. A soja apresentou competitividade superior ao capim-pé-de-galinha para as variáveis de matéria seca, quando ambos estavam em proporções iguais de plantas.

  20. Interação silício e alumínio em plantas de arroz de terras altas cultivadas em solo alumínico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Barbosa de Freitas

    2012-04-01

    Full Text Available Solos com altos teores de Al tóxico podem causar diversos danos às plantas e, como consequência, diminuir sua produtividade; assim, seu manejo torna-se imprescindível para obter maiores produtividades, e o Si pode ser alternativa para diminuir a toxidez por Al em plantas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a interação entre Si e Al em plantas de arroz de terras altas cultivadas em solo naturalmente alumínico de textura média arenosa. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos inteiramente casualizados, dispostos em esquema fatorial 2 x 5 com quatro repetições. Os tratamentos empregados foram dois cultivares de arroz de terras altas: BRS Talento (não tolerante ao Al, moderno e Guarani (tolerante ao Al3+, tradicional, além de cinco doses de Si (0, 30, 60, 90 e 120 mg dm-3 adicionadas ao solo. O Si fornecido ao solo contribuiu amenizando a toxidez por Al em ambos os cultivares, porém só houve acréscimo em produtividade no cultivar BRS Talento. Houve correlação positiva para produtividade de grãos do cultivar BRS Talento e teor de Si nas folhas; já o teor de Al nas folhas correlacionou-se com a produtividade de forma negativa; e também houve correlação negativa entre os teores de Si e Al nas folhas, indicando que há interação entre Si e Al em plantas de arroz.

  1. Deposição da calda na cultura da soja em função de diferentes pressões de trabalho e pontas de pulverização

    OpenAIRE

    Cunha, João Paulo Arantes Rodrigues da; Marques, Rodrigo Santos; Alves, Guilherme Sousa

    2016-01-01

    RESUMO A pressão de trabalho influencia as características da pulverização hidráulica de produtos fitossanitários e pode alterar a penetração da calda no dossel da cultura da soja. Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da pressão na deposição de calda em plantas de soja, promovida por diferentes modelos de pontas de pulverização. O experimento foi conduzido em delineamento de blocos ao acaso, em esquema fatorial 2 x 4 + 1, sendo duas pontas de pulverização (jato cônico vazio - ATR...

  2. Interações silício-fósforo em solos cultivados com eucalipto em casa de vegetação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carvalho Rui

    2001-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve o objetivo de avaliar as interações Si-P em dois solos, por meio do estado nutricional de P em mudas de Eucalyptus grandis sob efeito de aplicação de Si. Foram conduzidos dois experimentos em casa de vegetação, utilizando como substratos as camadas superficiais (0-20 cm de profundidade de um Latossolo Vermelho-Escuro fase cerrado e de um Cambissolo fase campo cerrado da zona fisiográfica Campos das Vertentes, MG . Cada solo foi submetido a três incubações seqüenciais: CaCO3 + MgCO3 para manter o pH em torno de 6, fertilização básica, incluindo o P em dose única, para manter 0,2 mg L-1 de P em solução e seis doses de Si (CaSiO3 definidas com base na dose de P. Foram avaliados a produção de matéria seca da parte aérea (MSPA, conteúdo de P e Si na MSPA e frações fosfatadas e fosfatase ácida em folhas apicais aos 60, 90 e 120 dias após o transplantio das mudas para os vasos. Ajustaram-se superfícies de resposta para essas variáveis em razão das doses de Si e das épocas. Mudas cultivadas no Cambissolo tiveram ganho de 15,25% no conteúdo de P na MSPA. Frações fosfatadas e atividade da fosfatase ácida em plantas não mostraram sensibilidade para avaliar a interação Si-P nos dois solos.

  3. Soil structure degradation in patches of alfalfa fields Degradação da estrutura do solo em "patches" em pastagens de alfafa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Celeste Miretti

    2010-10-01

    propriedades do solo que podem afetar a produtividade da alfafa nos patches (PA e nas áreas normais (NA. Adicionalmente, os conteúdos de macro e micronutrientes foram determinados nas duas áreas. O experimento foi conduzido numa fazenda com solo Argiudol áquico. Dezoito pontos de amostragem foram estabelecidos, nove em PA e nove em NA. Em cada ponto foram coletadas amostras não perturbadas (5 × 5 cm para a determinação da densidade do solo (Ds, resistência do solo à penetração das raízes (RP, estresse efetivo (σ, curva de retenção de água e intervalo hídrico ótimo (IHO. Amostras perturbadas foram coletadas para avaliar o conteúdo de macro e micronutrientes, e a distribuição de partículas por tamanho. Não foram encontradas diferenças nas propriedades químicas entre PA e NA. Existe predomínio de agregados pequenos em PA, e a Ds, RP e s atingiram valores mais elevados em PA, enquanto o IHO foi mais estreito. Inadequada aeração em condições de excessiva umidade do solo e elevada resistência mecânica em condições de secamento poderão afetar a produtividade da alfafa. Os resultados indicam que a qualidade física do solo em PA é inferior que em NA.

  4. ANÁLISE DE ESTABILIDADE FENOTÍPICA DE CULTIVARES DE SOJA EM 28 AMBIENTES DO RIO GRANDE DO SUL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ailo Valmir Saccol

    1993-08-01

    Full Text Available O presente estudo utilizou os dados de rendimento de 21 cultivares de soja, em 28 ambientes do Rio Grande do Sul, para uma análise de estabilidade pelo modelo bi-segmentado descontínuo (STORCK, 1989, com correções devido a erros nas variáveis. As principais conclusões foram; 1 O método mostrou-se adequado para o estudo da estabilidade fenotípica de cultivares de soja, porque houve uma boa variação ambiental e um bom ajustamento dos dados ao modelo; 2 O grupo de cultivares estudado pode ser classificado em: a Indesejáveis (Hill, IAS-2, Paraná, Prata, Sel. Foscarin, Louisiana, Hardee, Bienville, Industrial, Santa Rosa, Bossier e Viçoja; b Adaptáveis tanto aos ambientes inferiores como aos superiores, dentro da região estudada (Pérola, Bragg e Jakson; c Adaptáveis à ambientes superiores (Planalto, Hale-7, IAS-5, IAS-1 e IAS-4; d Adaptáveis à ambientes médios (Hood.

  5. Perfilhamento em pastagens de azevém em sucessão a soja ou milho, sob diferentes métodos e intensidades de pastejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Armindo Barth Neto

    2013-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a densidade populacional de perfilhos, a massa de forragem, o padrão populacional de perfilhamento e o índice de estabilidade de pastagens de azevém anual (Lolium multiflorum estabelecidas após os cultivos de soja ou milho, submetidas a diferentes métodos e intensidades de pastejo por cordeiros. Foram avaliados os métodos de pastejo rotativo e contínuo, sob as intensidades moderada (oferta de forragem correspondente a 2,5 vezes o potencial de consumo de cordeiros e baixa (correspondente a 5,0 vezes. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, em arranjo fatorial 2x2x2, com quatro repetições. As avaliações foram feitas mensalmente, entre agosto e outubro de 2010, durante a fase de pastejo. A densidade populacional de perfilhos apresentou diferenças significativas para métodos e intensidades de pastejo, e foi maior na área previamente cultivada com soja. As maiores massas de forragem foram observadas em pastagens subsequentes à soja e com baixa intensidade de pastejo, enquanto as menores, nas pastagens subsequentes ao milho e com moderada intensidade de pastejo. No período de florescimento, a densidade de perfilhos reduziu-se e suas massas individuais aumentaram. A intensidade de pastejo moderada reduz o percentual de perfilhos florescidos. A redução da densidade de perfilhos durante o florescimento não compromete o índice de estabilidade do pasto.

  6. Interferência de populações de Euphorbia heterophylla e Ipomoea ramosissima isoladas ou em misturas sobre a cultura de soja Interference of populations of Euphorbia heterophylla and Ipomoea ramosissima isolated or in mixture in soybean crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. Rizzardi

    2004-03-01

    Full Text Available Dentre as principais espécies daninhas que infestam as lavouras de soja do sul do Brasil, destacam-se Euphorbia heterophylla (leiteira e, mais recentemente, Ipomoea ramosissima (corda-de-viola. Objetivou-se avaliar a habilidade competitiva relativa entre espécies daninhas e soja e quantificar a interferência de infestações mistas de leiteira e corda-de-viola quando em convivência com plantas de soja. Foram conduzidos dois experimentos, comparando associações de leiteira ou corda-de-viola com soja, utilizando-se cinco proporções de plantas de leiteira e soja ou corda-de-viola e soja (0:8; 2:6; 4:4; 6:2; 8:0. Em um terceiro experimento, mantiveram-se constantes quatro plantas de soja por vaso e utilizaram-se cinco proporções de plantas de leiteira e corda-de-viola (0:8; 2:6; 4:4; 6:2; 8:0, estabelecidas em duas épocas de emergência das plantas daninhas em relação à soja. Verificou-se que a redução na biomassa da soja é mais intensa quando em presença de corda-de-viola do que de leiteira e, principalmente, em situações nas quais a planta daninha se estabelece antes que a cultura. Quando em infestação mista, corda-de-viola é mais competitiva do que leiteira.Euphorbia heterophylla (wild poinsettia, and, more recently, Ipomoea ramosissima (morningglory are among the main weeds infesting soybean crop in southern Brazil. This work aimed to evaluate the effects of wild poinsettia and morningglory as single or mixed populations in coexistence with soybean. Two experimentswere conducted to compare associations of wild poinsettia or moningglory with soybean, using five ratios of wild poinsettia plants and soybean or morningglory (0:8, 2:6, 4:4, 6:2 and 8:0. In a third experiment, four soybean plants per pot were kept constant and five ratios of of wild poinsettia and moningglory plants were used (0:8, 2:6, 4:4, 6:2 and 8:0, established in two weed emergence periods related to the soybean. The results indicated that a higher

  7. Propriedades de solos sob vegetação nativa em Minas Gerais: distribuição por fitofisionomia, hidrografia e variabilidade espacial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alba Lucia Araujo Skorupa

    2012-02-01

    Full Text Available A distribuição das formações vegetais nativas depende dos fatores de formação do solo, entre outros aspectos. Dessa forma, solos sob vegetação nativa podem informar muito sobre uma região e sua fertilidade natural, constituindo um testemunho das condições encontradas antes da ocupação agrossilvopastoril. O objetivo deste estudo foi avaliar propriedades químicas e textura dos solos sob fragmentos de Cerrado e florestas nativas amostrados durante o Inventário Florestal de Minas Gerais, por meio de análises de fertilidade do solo, textura e estatística espacial. Em geral, houve grande variabilidade em todas as propriedades analisadas, exceto em Al trocável. Os solos sob Campo Cerrado apresentaram maiores teores de matéria orgânica, comparados aos sob Cerradão e Cerrado stricto sensu. As Florestas Estacionais ocorreram, em geral, em solos de melhor fertilidade natural do que aqueles sob Cerrado, enquanto as florestas sob clima chuvoso ocorreram nos solos mais ácidos e com maiores teores de matéria orgânica, entre todas as fitofisionomias. Análises de regressão linear indicaram que a importância da matéria orgânica na CTC a pH 7,0 variou entre as diferentes fitofisionomias, sendo não significativa para as Florestas Deciduais. A estratificação por bacias hidrográficas, interpretada em conjunto com a fitofisionomia, permitiu também concluir sobre um provável efeito dos materiais de origem nas propriedades do solo, especialmente a textura. Por meio de análise geoestatística, foi possível construir, por krigagem ordinária, mapas do Estado com a distribuição de teores de carbono orgânico do solo, argila e pH, mas não para CTC a pH 7,0. A análise de solos sob fragmentos de vegetação nativa oferece potencial para uso como referência do padrão de fertilidade natural dos solos e é uma iniciativa que poderia ser empreendida em outras unidades da federação.

  8. NÍVEIS DE FÓSFORO E CALAGEM PARA SOJA E EFEITO RESIDUAL NO ARROZ, EM SOLOS DE CERRADO DO ESTADO DE GOIÁS PHOSPHORUS AND LIME LEVELS FOR SOYBEANS AND RESIDUAL EFFECT IN RICE IN “CERRADO” SOILS OF THE STATE OF GOIÁS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Johanna Dobereiner

    2007-09-01

    Full Text Available

    No presente trabalho são apresentados os resultados de experimentos de campo sobre níveis de fósforo e calagem, com a cultura da soja, em nove localidades do Estado de Goiás, e do efeito residual da adubação em cinco destas localidades com o plantio do arroz. Houve efeito linear do fósforo em sete dos experimentos com soja, efeito quadrático deste elemento em um deles e da interação fósforo calcário em outro. Nos experimentos com arroz, houve efeito linear do fósforo residual em três localidades e quadrático do calcário em uma. As melhores produções de soja e arroz foram 1,9 vezes mais altas que as médias de produção destas culturas no Brasil em 1969, apesar da estiagem prolongada.

    In this study are presented the results of the field experiments of phosphorous and lime levels in soybean (Glicine max. L. Merril crops. which were planted in nine locations in the state of Goiás. It was also studied the effect of fertilizer in five of these locations on the subsequent rice crops. There was a linear effect of phosphorous in seven of the soybean experiments, with a quadratic effect of this same element in another experiment. In the rice experiments, there was a linear effect of residual phosphorous in three of the locations and a quadratic effect of calcium in one location. The best production of soybeans and rice was 1.9 times higher than the average production of these crops in Brazil in 1969, despite of a severe drought. The profit was calculated along with the relationship between the increase in value of the crops and the cost (fertilizer and lime of producing this increase. The extra cost was justified in six places, mainly in the places where rice was planted during the second year.

  9. Valores de referência de qualidade para metais pesados em solos no Estado do Espírito Santo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique de Sá Paye

    2010-12-01

    Full Text Available Valores de referência de qualidade (VRQ para metais pesados em solos, em âmbito mundial, são bastante heterogêneos. No Brasil, poucos estudos para estabelecer esses valores foram concluídos. Na ausência de VRQ para metais pesados em solos, estabelecidos para as condições do Estado do Espírito Santo, utilizam-se valores genéricos internacionais ou desenvolvidos para outros Estados. Entretanto, deve-se ressaltar que o uso desses valores pode levar a avaliações inadequadas, já que existem diferenças nas condições técnicas e variáveis ambientais de cada região, em especial das condições geológicas, hídricas e pedológicas. Essas diferenças justificam o desenvolvimento de uma tabela própria com VRQ para metais pesados em solos, adequada às condições do Estado do Espírito Santo. Nesse sentido, o presente estudo buscou obter os teores naturais de 10 metais pesados e verificar a distribuição desses elementos nos solos das bacias hidrográficas Riacho, Reis Magos e Santa Maria da Vitória, no Estado do Espírito Santo, tendo em vista o estabelecimento de Valores de Referência de Qualidade (VRQ. Para isso, foram determinados os teores totais por ataque ácido, com digestão em forno micro-ondas, conforme o método SW-846 3052 da Environmental Protection Agency (USEPA e dosagem por espectrofotometria de emissão óptica com plasma induzido (ICP- OES. Os teores totais extraídos nos solos dessas bacias hidrográficas são relativamente baixos e inferiores aos reportados para solos de regiões brasileiras e de outros países. Os teores de cádmio ficaram abaixo do limite de detecção (LD do método para todas as amostras. Em consequência, os VRQ obtidos para 12 metais pesados no Estado do Espírito Santo foram semelhantes ou inferiores aos obtidos para outras regiões do Brasil e do mundo. Os VRQ obtidos a partir do percentil 75 (quartil superior para As (< 12,83, Cd (< 0,13, Co (10,21, Cr (54,13, Cu (5,91, Mn (137,80, Mo (1

  10. Correlações fenotípicas entre tamanho de grãos e outros caracteres em topocruzamentos de soja tipo alimento com tipo grão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    YOKOMIZO GILBERTO KEN-ITI

    2000-01-01

    Full Text Available Este trabalho foi conduzido para avaliar a correlação fenotípica entre vários caracteres em topocruzamentos entre soja tipo alimento e soja tipo grão (Doko e FT-2. Valores de interesse para facilitar a seleção foram obtidos nas correlações entre peso de cem sementes (tamanho de sementes e dias para atingir a maturidade, e entre tamanho de sementes e largura visual da vagem. Na correlação entre produtividade de grãos e tamanho de sementes somente os topocruzamentos com Doko foram significativos. As estimativas de correlações em plantas individuais tenderam a confirmar aquelas obtidas em médias de parcelas. Os valores de correlação foram diferentes entre os tipos (grão, broto/"natto" e hortaliça de soja envolvidos, o que sugere a adoção de estratégias de seleção distintas. O estudo de correlações para cada topocruzamento é importante, pois podem ocorrer diferenças no desempenho das plantas como foi observado nos resultados obtidos.

  11. Concentração do potássio do solo em sistema de integração lavoura-pecuária em plantio direto submetido a intensidades de pastejo Soil potassium content in an integrated crop-livestock system under no-tillage with different grazing intensities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eric Victor de Oliveira Ferreira

    2009-12-01

    Full Text Available A dinâmica de K em sistemas de integração lavoura-pecuária (ILP diverge daquelas de outros sistemas de manejo, porque os sistemas ILP são mais complexos e envolvem, além das práticas relacionadas à cultura de interesse econômico, a introdução do animal. Objetivou-se, neste trabalho, avaliar as concentrações do K do solo em um sistema ILP, em plantio direto, com diferentes intensidades de pastejo (aveia-preta + azevém de bovinos no inverno e a cultura da soja cultivada no verão. O experimento foi iniciado em maio de 2001 em área pertencente à Fazenda do Espinilho, localizada no município de São Miguel das Missões - RS, em Latossolo Vermelho distroférrico que vinha sendo cultivado em plantio direto desde 1991. Os tratamentos constaram de intensidades de pastejo: 10, 20, 30 e 40 cm de altura do pasto e um tratamento sem pastejo, distribuídos num delineamento experimental de blocos ao acaso, com três repetições. Os teores de K disponível eram originalmente altos e assim se mantiveram ao longo do tempo, independentemente do tratamento de pastejo. Em todas as situações houve a formação de um gradiente decrescente de concentração de K a partir da superfície, sendo maior após pastagem que após soja. A ausência do pastejo, apesar de propiciar menor ciclagem de K, resultou em maiores teores do nutriente no solo, em relação às áreas com animais, especialmente aquelas intensamente pastejadas, devido às perdas causadas, provavelmente, pelas excretas.Potassium (K dynamics in integrated crop-livestock (ICL systems diverge from other tillage systems, because ICL systems are more complex and involve, apart from the cash crop management, the presence of animals. The objective of this study was to evaluate the soil K concentration in an ICL system under no-tillage with different grazing (black oat and Italian ryegrass intensities in the winter growing season and soybean cultivated in the summer. The experiment was initiated

  12. Frações de fósforo no solo em resposta à adubação fosfatada em um Latossolo com diferentes históricos de uso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Flávio Carneiro

    2011-04-01

    Full Text Available No sistema plantio direto existe tendência de melhor aproveitamento do P, sobretudo em áreas cultivadas há mais tempo, mas há, ainda, necessidade de confirmação deste fato. Este trabalho teve como objetivo quantificar as frações inorgânicas e orgânicas de P e avaliar as respostas a diferentes doses de P do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L. e braquiária (Brachiaria decumbens cultivados em sucessão, em amostras de um Latossolo com diferentes históricos de uso. O experimento foi realizado em casa de vegetação com amostras de um Latossolo Vermelho distrófico textura argilosa e oxídico, coletadas na profundidade de 0-20 cm. O experimento foi disposto em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 4 com quatro repetições, com dois históricos de uso (solo agrícola cultivado por longos períodos com calagem e adubações fosfatadas periódicas; e solo adjacente sob vegetação de cerrado nativo e quatro doses de P (0, 120, 240 e 480 mg dm-3, na forma de superfosfato triplo, com base no teor de P2O5 total. Foi realizado cultivo de feijão até a colheita dos grãos e, posteriormente, cultivo de braquiária com dois cortes no momento de florescimento das plantas. As frações de P foram determinadas em amostras de solo das unidades experimentais, antes e após a incubação dos tratamentos e após os cultivos do feijoeiro e da braquiária. A adubação fosfatada aumentou as formas inorgânicas de P no solo, as quais foram maiores nos solos com histórico de cultivo e adubação. Ela também aumentou as formas orgânicas de P no solo, as quais foram maiores nos solos adjacentes sem histórico de cultivo e adubação, nas maiores doses de P e após cultivo de feijoeiro e braquiária. As respostas do feijoeiro e da braquiária à adubação fosfatada foram menores nos solos com histórico de cultivo e adubação.

  13. Variabilidade espacial e disponibilidade de cobre e zinco em solos de vinhedos e adjacências

    OpenAIRE

    Valladares,Gustavo Souza; Azevedo,Emílio Carlos de; Camargo,Otávio Antônio de; Grego,Célia Regina; Rastoldo,Alessandra Maria Cia Silva

    2009-01-01

    Com o tempo, o uso agrícola pode levar à contaminação do solo por metais pesados, principalmente por se servir de insumos e agroquímicos que possuem cobre e zinco em sua composição. O objetivo deste trabalho foi determinar os teores de cobre e zinco disponíveis no solo extraídos com DTPA e avaliar sua distribuição espacial empregando a geoestatística em áreas de vinhedos comerciais e experimentais e sob outros usos e coberturas nas adjacências das plantações. Foram coletadas amostras de terra...

  14. Fluxo difusivo de zinco em amostras de solo influenciado por textura, íon acompanhante e pH do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. F. G. Oliveira

    1999-09-01

    Full Text Available O fluxo difusivo (difusão é a forma mais importante de transporte de zinco no solo, dada sua baixa concentração na solução. Este trabalho teve como objetivo avaliar o fluxo difusivo de Zn em amostras de um solo de textura argilosa (Latossolo Vermelho-Escuro - LE, outro de textura média (Podzólico Vermelho-Amarelo - PV e um terceiro de textura arenosa (Latossolo Vermelho-Amarelo - LV, submetidos a níveis de pH: pH natural (4,38 e 5,40, para o LE; natural (4,87 e 6,00, para o PV, e somente pH natural (4,64, para o LV, e a três fontes de Zn (ZnCl2, ZnEDTA e ZnSO4 nas doses de 0, 20 e 40 mg dm-3 de Zn. As unidades experimentais constituíram-se de 400 cm³ de amostras de solo, colocadas em câmaras feitas de tubos de PVC, com 10 cm de diâmetro e 5 cm de altura, contendo, cada câmara, uma lâmina de resina trocadora de cátions ácido forte (modelo CR61CZR IONICS, Inc como dreno de Zn, nas dimensões de 2,0 x 5,0 cm, colocada à profundidade de 2,5 cm no meio da câmara. As amostras, umedecidas até a capacidade de campo, foram incubadas por um período de 15 dias à temperatura de 24 ± 4ºC. Após esse período, as lâminas foram retiradas, realizando-se a extração do Zn adsorvido às lâminas de resina. O pH do solo demonstrou ser fator de grande importância no controle do fluxo difusivo do Zn, acarretando-lhe grande diminuição quando da elevação de pH. De modo geral, o fluxo difusivo de Zn foi menor com o aumento do teor de argila do solo. O fluxo difusivo de Zn foi maior, nos três solos, quando a fonte utilizada foi ZnCl2.

  15. RESISTÊNCIA DO SOLO EM CULTIVO DE TABACO COM DIFERENTES FORMAS DE MANEJO NA REGIÃO SUDESTE DO PARANÁ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdemir Antoneli

    2017-05-01

    Full Text Available O cultivo do tabaco é uma alternativa rentável para as pequenas propriedades da região Sudeste do Estado do Paraná, principalmente por ser cultivado em áreas impróprias para a agricultura (solos rasos e declividade acentuada. Nas áreas com restrições ao uso, o tabaco é cultivado sob plantio convencional e nas áreas mais planas utiliza-se o plantio direto. A variação na forma de plantio pode influenciar na resistência do solo. O objetivo deste trabalho foi identificar a influência do manejo do solo na resistência do solo em áreas de cultivo de tabaco com plantio convencional e plantio direto. Foram identificados 10 pontos para o monitoramento da resistência do solo em cada forma de plantio com coletas quinzenais entre setembro (início do plantio a fevereiro (término da colheita. Foi utilizado o método de perfis transversais entre as linhas de plantio. As mensurações foram realizadas com um penetrômetro de bolso. Ao término da pesquisa foi observado que as atividades diárias realizadas no cultivo do tabaco influenciam na resistência do solo, mesmo com formas diferentes de cultivo.

  16. Capacidade de Suporte de Carga do Solo em Sistemas de Produção de Laranja Conservacionistas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonez Fidalski

    2015-06-01

    Full Text Available Sistemas conservacionistas em pomares de laranja podem aumentar a capacidade de suporte de carga do solo minimizando os seus riscos de compactação. O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade de suporte de carga por meio da pressão de preconsolidação e sua dependência a conteúdo de água, densidade e carbono orgânico de um Argissolo Vermelho distrófico latossólico, após 18 anos de implantação de plantas de cobertura permanentes nas entrelinhas de um pomar de laranja. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, com três repetições. Foram estudados três tratamentos de manejo por meio de roçadas nas entrelinhas do pomar, desde o plantio do pomar em 1993: gramínea Paspalum notatum, leguminosa Arachis pintoi e vegetação espontânea. Cento e oito amostras indeformadas de solo foram coletadas em 2011 sob o rodado e entrerrodado das máquinas nas estrelinhas do pomar com textura arenosa nas camadas de 0,00-0,10 m (87 g kg-1 de argila e 0,10-0,20 m (122 g kg-1 de argila. Determinaram-se as pressões de preconsolidação das curvas de compressão do solo (25, 50, 100, 200, 400, 800 e 1.600 kPa em conteúdos de água sob três potenciais (-80, -330 e -1.000 hPa, a densidade do solo e o teor de carbono orgânico do solo. A pressão de preconsolidação não foi dependente do conteúdo de água, da densidade do solo e do teor de carbono orgânico do solo. A pressão de preconsolidação sob o rodado na camada de 0,00-0,10 m foi menor nos tratamentos leguminosa e vegetação espontânea. A manutenção permanente da gramínea manejada com roçadas nas entrelinhas do pomar de laranja proporcionou maior capacidade de suporte de carga do solo sob o rodado na camada superficial arenosa.

  17. Degradação e adsorção de diuron em solos tratados com vinhaça

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. Prata

    2000-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da adição de vinhaça, nas doses de 100 e 200 m³ ha-1, nos processos de degradação e adsorção do herbicida diuron em solos Terra Roxa Estruturada (TR e Latossolo Vermelho-Amarelo (LV. Para o estudo da degradação, foi instalado um experimento em delineamento inteiramente casualizado, arranjado em fatorial 2 (solos x 3 (vinhaça: 0, 100 e 200 m³ ha-1, que foi conduzido por 120 dias. A mineralização foi avaliada por radiorrespirometria. Após os 120 dias, a molécula original e seus metabólitos foram extraídos do solo e detectados em "radio-scanner". Paralelamente, foi realizado um ensaio para avaliação do efeito das doses de vinhaça juntamente com o herbicida na atividade microbiana, pH e C orgânico do solo. O experimento de adsorção foi realizado com os mesmos tratamentos empregados no estudo de degradação, utilizando cinco concentrações do herbicida. A degradação do diuron no solo TR foi maior na presença de vinhaça, o que não foi observado para o LV. A adição do resíduo contribuiu para o aumento da atividade microbiana e do pH. A adsorção do diuron foi baixa nos dois solos, não apresentando influência da adição da vinhaça.

  18. Efeito de níveis de água, coberturas do solo e condições ambientais na temperatura do solo e no cultivo de morangueiro em ambiente protegido e a céu aberto

    OpenAIRE

    Pires,Regina C. de M.; Folegatti,Marcos V.; Pedro Júnior,Mário J.; Sakai,Emílio; Passos,Francisco A.; Arruda,Flávio B.; Calheiros,Rinaldo de O.

    2004-01-01

    A temperatura do solo é um importante parâmetro no cultivo do morangueiro, pois interfere no desenvolvimento vegetativo, na sanidade e na produção. O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito de diferentes níveis de água, coberturas de canteiro em campo aberto e em ambiente protegido, na temperatura máxima do solo no cultivo do morangueiro. Foram realizados dois experimentos: um em cultivo protegido e outro a campo aberto, em Atibaia - SP, em esquema fatorial 2 x 3 (coberturas do sol...

  19. Caracterização micropedológica de solos reabilitados após exploração de bauxita em Porto Trombetas (PA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. L. P. Ruivo

    2002-09-01

    Full Text Available Foi realizado um estudo micromorfológico em solos alterados após a exploração de bauxita, em sítios recuperados entre 1981 e 1987, em comparação ao Latossolo Amarelo inalterado (LA, como referência, para subsidiar indicadores de recuperação dos solos. O estudo foi desenvolvido no Platô Saracá, na mina de bauxita de Porto Trombetas, município de Oriximiná, no estado do Pará. Técnicas micromorfológicas e uso de microssonda de EDS, microscopia ótica e eletrônica de varredura foram avaliadas em conjunto com dados físicos e químicos dos solos alterados e do LA, nas profundidades de 0-10 e 40-50 cm. O Latossolo Amarelo mostrou forte microestrutura granular, enquanto os solos alterados apresentaram grande variabilidade em microestrutura e feições micropedológicas. O retorno do horizonte superficial, rico em matéria orgânica, favoreceu a microagregação. De modo geral, os solos alterados mostraram maior massividade e agregados mais coalescidos, em relação ao LA de referência. Análises microquímicas de EDS comprovaram a heterogeneidade dos solos superficiais alterados, com ocorrência de nódulos gibbsíticos, ferruginosos, concreções, agregados cauliníticos e plasma dominado por argilominerais 1:1, sob intensa pedobioturbação.

  20. Crescimento em vasos, de cultivares de soja e de trigo em função da saturação de alumínio Tolerance of soybean and wheat varieties in sub-soil high in exchangeable aluminum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H.A.A. Mascarenhas

    1995-08-01

    Full Text Available Um dos problemas que a acidez do solo causa às plantas é concentrar alguns elementos químicos em nível tóxico, como por exemplo de alumínio (Al e manganês. Visando estudar esse aspecto, foi conduzido um experimento em casa de vegetação, utilizando-se amostra de subsolo, classificado como Latossolo Vermelho Amarelo fase rasa, de extrema acidez e alto teor de Al trocáveL A acidez do substrato foi neutralizada com doses de hidróxido de cálcio, no intuito de reduzir a saturação de Al originalmente de 67 para 45, 30, e 15%. As incubações e os cultivos foram feitos em vasos contendo 6 kg daquele subsolo. Inicialmente foi testada a soja variedades Biloxi, Davis e Santa Rosa, com medições de: altura das plantas, número de nós, tamanho dos internódios, número de folhas trifoliadas, produção de matéria seca da parte aérea e das raízes. Imediatamente após, o sub-solo foi cultivado com trigo variedades BH-1146 e Siete Cerros, sendo medido o comprimento dos seus sistemas radiculares. Verificou-se para a soja que não houve diferenças significativas dentro de cada variedade para as saturações de Al estudadas, evidenciando que todas foram tolerantes ao AL As raízes do trigo BH-1146 não mostraram redução no desenvolvimento em quaisquer saturações de Al. Por outro lado, as da v. Siete Cerros mostraram menor comprimento à medida que se aumentou a saturação de Al, provando sua suscetibilidade a esse elemento.A pot experiment was installed in a greenhouse using an acid sub-soil, classified as a Red Yellow Latosol, shallow phase, high hi aluminum and very low in phosphorus availabilities. The soil acidity was neutralized using calcium hidroxide to reduce the original aluminum saturation of 67 to 45, 30 and 15%. The quantity of subsoil used per pot was 6 kg and 60 kg/ha of P2O5 were applied hi the form of superphosphate. The varieties of soybeans utilized were Biloxi, Davis and Santa Rosa. The results showed that whichever

  1. Diversidade de Trichocomaceae isoladas de solo em dois ecossistemas florestais.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Elias Fraga

    2010-08-01

    Full Text Available A família Trichocomaceae inclui os gêneros de fungos anamórficos, Aspergillus e Penicillium. Muitos membros dessa família são importantes causadores de degradação de alimentos, biodeterioração, patogênicos a animais, e algumas espécies são usadas em biotecnologia e podem produzir micotoxinas. O presente trabalho foi realizado em duas áreas, durante o período de um ano (2006-2007 com coletas em área de plantio de pinus (Pinus elliotti e Corymbia (Corymbia citriodora com idade aproximada de 20 anos, no campus da UFRRJ, Seropédica, Rio de Janeiro, Brasil. Na área de cada cobertura vegetal foi estabelecida uma parcela de aproximadamente 500 m2, onde foram coletadas aleatoriamente dez amostras simples, em intervalos regulares de 70 dias. No momento da coleta foram medidas as temperaturas do solo com geotermômetro digital. Durante o de estudo também foi quantificada a precipitação pluviométrica e a temperatura ambiente. No período, foi verificada uma pequena variação da temperatura do solo nas áreas, valores de 21,93 a 27,69oC na área de pinus e 22,22 a 26,58oC na área de Corymbia. A variação mensal da umidade relativa mínima foi de 27,2/20,5 e máxima de 82,6/63,2 e os maiores valores de precipitação observados foi no mês de janeiro (22 dias. Em relação à micobiota, foi observada uma variação crescente da unidade formadora de colônia (UFC nos período de maior temperatura e umidade relativa com índices variando de 12,8/58,2 e 20,3/83,3x103 para Corymbia e pinus respectivamente. O número total de fungos foi de 190 isolados, pertencentes a cinco gêneros e 54 espécies diferente, sendo 32 Penicillium spp., 19 Aspergillus spp., um Eupenicillium javanicu, um Eurotium chevalieri e um Sclerocleista ornata. A espécie mais abundante foi Penicillium decumbens, sendo encontrada em todas as coletas. Os períodos de maior concentração de UFC estão correlacionados com os períodos de chuva, umidade relativa e

  2. Papel da Ingestão de Soja na Nefropatia Diabética

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Moraes Silva

    2009-05-01

    Full Text Available O papel específico das modificações da dieta no tratamento da nefropatia diabética (ND ainda não está elucidado. A substituição de proteína de origem animal por soja em pacientes com Diabete Melito (DM poderia ser benéfica para a função renal. O objetivo do presente manuscrito foi revisar criticamente as evidências acerca do papel da soja na ND. Foram selecionados seis ensaios clínicos randomizados conduzidos em pacientes com DM, dentre os quais cinco demonstraram melhora de pelo menos um marcador de função renal com a dieta com soja. Os mecanismos através dos quais essas dietas promoveriam melhora da ND não foram elucidados, assim como não está estabelecido ainda se há distinção no efeito benéfico aos rins dos diferentes produtos à base de soja disponíveis no mercado. Novos estudos são necessários para que tais questões possam ser elucidadas e para que os benefícios da soja na ND possam ser confirmados.

  3. Fósforo orgânico em horizontes diagnósticos superficiais de diferentes classes de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruthanna Isabelle de Oliveira

    2014-10-01

    Full Text Available Em solos tropicais, a disponibilidade de fósforo (P pode ser regulada pela decomposição e mineralização da fração lábil de P orgânico (Po, tornando necessários estudos para saber a sua real contribuição no solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o teor de Po total e lábil em horizontes superficiais de diferentes classes de solo e quais as propriedades do solo exercem controle na acumulação dessas frações de P. Foram estudadas amostras de diferentes horizontes diagnósticos superficiais, a saber: H e O hístico; A chernozêmico; e A húmicos, coletados em vários estados do Brasil. Para a determinação das frações totais de P inorgânico (Pi e orgânico (Po, foi usado o método da extração-sequencial ácido-alcalina, e a fração lábil de P foi determinada pela extração com bicarbonato de sódio. A taxa de recuperação de Pi + Po em relação à extração nítrico-perclórica do P total (PT variou de 46 a 99 %. O Po total variou entre 35 e 1077 mg kg-1, com uma média de 298 mg kg-1. Para a fração lábil do Po, os teores variaram entre 7,2 e 99,5 mg kg-1, com uma média de 27,1 mg kg-1. O Po variou, em média, de 36 a 46 % do P total extraído. Em relação ao P lábil, o Po representou mais de 70 % para todos os horizontes diagnósticos. O PT foi o principal atributo controlador da acumulação de Po nos solos pelas análises de correlação e regressão múltipla. Verificou-se que horizontes com baixa capacidade de adsorção de P proporcionaram alta labilidade de Po.

  4. Eletroquímica de solos modais e de sua matéria orgânica em ambientes tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marihus Altoé Baldotto

    2014-12-01

    Full Text Available A química do solo vem estudando o comportamento da fração mineral dos solos tropicais intemperizados, incluindo a eletroquímica, o desenvolvimento de cargas e o fenômeno de adsorção. Por causa do amplo espectro a ser coberto no entendimento do comportamento da fração mineral, somado às dificuldades metodológicas, o estudo da complexa fração orgânica dos solos foi relativamente menos desenvolvido. A atual proposta revisita os primeiros trabalhos referentes à química de solos tropicais, buscando relacioná-los com dados de eletroquímica dos estoques de carbono do solo. O objetivo deste trabalho foi revisar aspectos de eletroquímica de solos, determinar e relacionar os pontos de carga zero, por diferentes métodos, os potenciais da dupla camada elétricae a eletroquímica do húmus de solos modais brasileiros, em uma sequência típica de intemperismo, visando a gerar informações para o seu manejo e conservação. Os métodos de estimativa dos ponto de carga zero dos solos apresentam resultados variados, mas com a mesma tendência entre os solos. Há predomínio de cargas negativas em ambas as camadas dos solos estudados. As cargas negativas dos coloides estão diretamente associadas à disponibilidade de elétrons do húmus e ambas diminuem com o estádio de intemperismo do solo.

  5. Modelagem da recomendação de corretivos e fertilizantes para a cultura da soja Modeling lime and fertilizer recommendations for soybean

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavia Cristina dos Santos

    2008-08-01

    Full Text Available A recomendação de adubação para as culturas agrícolas, no Brasil, é feita com base em tabelas que relacionam a classe de disponibilidade do nutriente no solo com a dose a ser aplicada. Este trabalho apresenta uma alternativa para recomendar corretivos e fertilizantes para a cultura da soja, o SIRSo (sistema de recomendação de corretivos e fertilizantes para a cultura da soja. O princípio desse sistema é o balanço nutricional, ou seja, a recomendação se faz a partir da diferença entre o requerimento de nutrientes pela planta e o suprimento de nutrientes pelo solo, por resíduos orgânicos, por fertilizantes e pela calagem. O sistema considera ainda o fator sustentabilidade, visando manter uma quantidade de nutriente no solo capaz de garantir produtividade mínima em cultivos subseqüentes. Para recomendar calagem, o sistema considera dois métodos: a neutralização do Al3+ e a elevação dos teores de Ca2+ + Mg2+, ou a saturação por bases. O requerimento de nutrientes varia com a produtividade esperada de grãos, com as características do solo e com a taxa de recuperação pela planta do nutriente aplicado ao solo. O suprimento pelo solo depende da disponibilidade do nutriente, estimada a partir da análise de solo e da taxa de recuperação pelo extrator do nutriente aplicado. As comparações entre as recomendações geradas pelo SIRSo e aquelas oriundas das tabelas em uso no País mostram, em geral, que o SIRSo recomenda maior quantidade de nutrientes, principalmente de P e K quando consideradas as maiores produtividades, fato confirmado pela análise de sensibilidade, que mostrou grande variação da dose a ser recomendada desses nutrientes com a produtividade de grãos. Esse fato pode ser considerado como vantagem do SIRSo em relação às tabelas, muitas das quais apresentam pouca ou nenhuma variabilidade das doses em relação à produtividade.Fertilizer recommendations for agricultural crops in Brazil are based on tables

  6. Fungos filamentosos do solo da Ilha dos Eucaliptos na Represa do Guarapiranga em São Paulo, SP

    OpenAIRE

    Santos,Valéria Barros dos; Wellbaum,Christian; Schoenlein-Crusius,Iracema Helena

    1998-01-01

    Foi estudada a diversidade dos fungos do solo da Ilha dos Eucaliptos na Represa do Guarapiranga em São Paulo, SP, sob floresta de Eucalyptus, mata de interseção e mata secundária remanescente, em duas épocas climáticamente distintas: março - época quente e úmida (verão) e junho - época fria e seca (inverno) de 1996. Os fungos filamentosos foram isolados pelos métodos da diluição em série e placa de solo. A similaridade entre as micotas foi estabelecida pelo índice de Sörensen. No total foram ...

  7. Fungos micorrízicos arbusculares em solos da Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos, Itajubá/MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Melloni

    2011-12-01

    Full Text Available A Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos é um importante remanescente de Mata Atlântica no sul de Minas Gerais, com elevada biodiversidade e riqueza em recursos hídricos. Estudos relacionados à qualidade de solos são necessários em planos de manejo de reservas, os quais objetivam manter ou melhorar a sustentabilidade ambiental dessas áreas. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o potencial de inóculo de fungos micorrízicos arbusculares (MAs em amostras de solo características desta Reserva. A quantificação de propágulos desse grupo de micro-organismos, que estabelecem simbiose mutualística com a maioria das espécies vegetais é importante para a avaliação da qualidade de solos da Reserva. Foram definidas três áreas internas e uma externa à Reserva, retirando-se amostras de solo na profundidade de 0 a 10 cm, em duas épocas, inverno de 2008 e verão de 2009. As amostras foram encaminhadas ao Laboratório de Microbiologia da Universidade Federal de Itajubá para quantificação dos seguintes atributos microbiológicos relacionados aos fungos MAs: comprimentos de micélio extrarradicular ativo e total pelo método da fluorescência induzida com diacetato de fluoresceína, densidade e diversidade fenotípica (morfotipos de esporos, porcentagem e intensidade de colonização radicular. As médias dos resultados foram comparadas por Duncan 5% e submetidas à análise de multivariada. Os resultados mostraram que o potencial de inóculo de fungos MAs apresentou maior efeito das áreas que das épocas estudadas, sendo maior comprimento de micélio extrarradicular ativo e total, maior proporção de micélio ativo em relação ao total e maior diversidade de esporos obtidos nos solos dentro da Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos, em relação ao solo externo à mesma, sob pastagem. O potencial de inóculo não está diretamente relacionado à fertilidade do solo, ou seja, no solo externo à Reserva, sob

  8. Crescimento de plantas de milho submetidas a déficit hídrico em solos de diferentes texturas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Carlesso

    1999-03-01

    Full Text Available O objetivo deste experimento foi quantificar variações no dossel vegetativo de plantas de milho submetidas a dois manejos da água de irrigação em solos de três texturas (argila pesada, franco-argilo-siltosa e franco-arenosa. O experimento foi instalado em área do Departamento de Engenharia Rural, da Universidade Federal de Santa Maria, no ano agrícola 1995/1996. Utilizou-se um conjunto de 12 lisímetros de drenagem com dimensões de 156 cm de comprimento, 100 cm de largura e 80 cm de profundidade, protegidos das precipitações por meio de uma cobertura móvel. Os tratamentos consistiram de dois níveis de manejos da água no solo (irrigado e déficit hídrico terminal e três texturas de solos. Os resultados demonstraram que a redução no índice de área foliar das plantas de milho submetidas a déficit hídrico foi maior em solos de textura argila pesada e franco-argilo-siltosa do que no solo de textura franco-arenosa. A altura das plantas de milho diminuiu quando a fração de água disponível às plantas foi inferior a 0,57, 0,74 e 0,52, para os solos de textura argila pesada, franco-argilo-siltosa e franco-arenosa, respectivamente.

  9. Phosphorus sources and fractions in an oxisol under no-tilled soybean Fontes e frações de fósforo num latossolo sob semeadura direta de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Galvani

    2008-01-01

    Full Text Available Phosphorus dynamics in soil can be modified by the use of no-till systems. Brazilian farmers have applied phosphorus fertilizers onto the soil surface to optimize machine field operations despite the lack of research supporting this practice. An experiment was conducted to study the effects of the application of two P sources onto soil surface and soybean seed furrows. The treatments consisted either of the application or not of 80 kg ha-1 of total P2O5 as natural reactive rock phosphate and superphosphate spread on the soil surface over the standing plant residues. At soybean planting, additional treatments (80 kg ha-1 of Natural Phosphate or Superphosphate were applied at seed furrows. Soil was sampled down to 40 cm deep before soybean planting and after harvest. A control sample was taken from an adjacent non-cropped area. Phosphorus contents increased down to 40 cm after the soybean crop, and the increase was observed mainly in Ca-bound P and organic phosphorus. However, there was a decrease in Fe-bound P, showing that P availability to soybeans was likely related also to this fraction. Phosphorus fertilization with both phosphates decreased occluded P contents on the soil surface layer when compared with the non-cropped area.A dinâmica do P no solo pode ser modificada em sistemas com semeadura direta. Os agricultores brasileiros vêm aplicando fósforo na superfície do solo para otimizar a operação de máquinas, embora não seja uma prática recomendada pela pesquisa. Foi conduzido um experimento para estudar os efeitos da aplicação de duas fontes de fósforo na superfície do solo e no sulco de semeadura da soja. Os tratamentos consistiram da aplicação ou não de 80 kg ha-1 de P total como fosfato natural reativo e superfosfato, aplicados na superfície do solo, sobre os resíduos da cultura anterior. Na semeadura da soja, tratamentos adicionais (80 kg ha-1 de fosfato natural ou superfosfato foram aplicados ao sulco de semeadura. O

  10. Crescimento, fosfatase ácida e micorrização de espécies arbóreas, em solo de cerrado degradado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Helena Scabora

    2010-01-01

    Full Text Available A ocupação do cerrado para aumentar a produção agrícola tem gerado a degradação do solo e uma prática recomendada na revegetação dessas áreas é a introdução de espécies arbóreas. O objetivo do trabalho foi avaliar o crescimento (altura e massa fresca e seca de parte aérea, a atividade da fosfatase ácida foliar e colonização micorrízica de mudas de espécies arbóreas não nativas em solo de cerrado degradado. O trabalho foi desenvolvido em casa de vegetação em Ilha Solteira, empregando solo proveniente de uma área de cerrado degradado em processo de regeneração natural, localizada no município de Três Lagoas (MS. O solo, misturado com areia de rio (4:1, foi fumigado com brometo de metila e distribuído em sacos plásticos (2,5 L. Para o tratamento com inoculação de FMA, 100 g de solo inóculo (solo de área de cerrado preservado foi depositado na superfície, logo após o transplante das mudas. Pelos resultados, Psidium guajava L. e Croton floribundus Spreng, seguidos por Tabebuia chrysotricha (Mart. ex DC Standl e Rapanea ferruginea (Ruiz et Pav Mez., tiveram alta colonização radicular e foram altamente ou muito responsivas à micorrização, sugerindo seu potencial em projetos de revegetação no cerrado brasileiro ou no enriquecimento de áreas degradadas.

  11. Dinâmica da emissão de metano em solos sob cultivo de arroz irrigado no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Souza da Silva

    2011-04-01

    Full Text Available Solos de várzea sob cultivo de arroz irrigado contribuem com aproximadamente 18 % das emissões totais de metano (CH4 do Estado do Rio Grande do Sul. Entretanto, a liberação de CH4 depende do curso de redução de cada solo. O objetivo do presente estudo foi avaliar a dinâmica da emissão desse gás de efeito estufa (GEE em seis solos: Gleissolo (2, Planossolo (2, Chernossolo e Neossolo, representativos do cultivo de arroz irrigado no Sul do Brasil, visando identificar também sua relação com propriedades do solo e as alterações eletroquímicas da solução após o alagamento. O experimento foi realizado em casa de vegetação, com três repetições, segundo delineamento de blocos casualizados. Os solos foram dispostos em vasos de PVC mantidos com uma lâmina de água de 10 cm de altura e cultivados com arroz. A avaliação das emissões de CH4 foi realizada semanalmente, do 3º ao 66º dia após o alagamento (DAA do solo, com o auxílio de uma câmara de PVC acoplada ao topo dos vasos. As amostras de ar foram coletadas em quatro intervalos de 5 min, para estimativa das taxas de emissão de CH4. A solução do solo também foi coletada e caracterizada. O início da emissão de CH4 variou entre os solos e, normalmente, ocorreu após a quase total redução do Fe3+ (em torno de 90 % da maior liberação de Fe2+ e estabilização dos valores de pH e de Eh da solução. A emissão total de CH4 variou de 8,5 a 44,2 g m-2 e apresentou relação sigmoidal com os teores de C orgânico dos solos (r²=0,83, p < 0,05, sugerindo que a disponibilidade de C somente foi limitante para o processo de metanogênese em teores inferiores a 8 g kg-1 de C no solo. Os resultados mostram que a dinâmica e as quantidades totais de CH4 emitidas são influenciadas pelo tipo de solo e que esforços devem ser direcionados para determinação dos fatores de emissão de CH4 para os diferentes solos representativos da produção de arroz no Sul do Brasil, bem como na

  12. Occurrence of Dinarmus basalis in Callosobruchus analis in stored soybean in São Paulo, Brazil Ocorrência de Dinarmus basalis (Rondani em Callosobruchus analis (F. em soja armazenada em São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valmir Antonio Costa

    2007-06-01

    Full Text Available Callosobruchus analis (F. is considered an important pest in several countries in Africa, Asia and Oceania. It has been observed infesting seeds belonging to 15 Leguminosae genera, including peanut, bean, chickpea, pea, cowpea, and soybean. One of its main natural enemies is the parasitoid Dinarmus basalis (Rondani (Hymenoptera: Pteromalidae, whose control efficiency has already been demonstrated in several studies. This paper records the occurrence of C. analis and its parasitoid, D. basalis, in stored soybean of the state of São Paulo, Brazil.Callosobruchus analis (F. é uma praga de expressão econômica em diversos países da África, Ásia e Oceania. Já foi observado infestando sementes de espécies de leguminosas pertencentes a 15 gêneros, incluindo-se culturas como amendoim, grão-de-bico, feijão, ervilha, caupi e soja. Um de seus inimigos naturais mais importantes é o parasitóide Dinarmus basalis (Rondani (Hymenoptera: Pteromalidae, cuja eficiência de controle já foi demonstrada em vários estudos. Neste trabalho registra-se a ocorrência de C. analis e de seu parasitóide, D. basalis, em grãos armazenados de soja no estado de São Paulo.

  13. Controle de plantas daninhas na cultura de soja resistente ao glyphosate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Núbia Maria Correia

    2010-01-01

    Full Text Available O objetivo da pesquisa foi avaliar o controle de plantas daninhas em área cultivada com soja resistente ao herbicida glyphosate, sem a utilização de práticas complementares de manejo de plantas daninhas. Foram desenvolvidos experimentos, em condições de campo, nos anos agrícolas 2005/2006 e 2006/2007 em Jaboticabal (SP. Foram avaliadas duas cultivares de soja resistentes ao glyphosate (CD 214 RR e M-SOY 8008 RR, oito tratamentos de herbicidas (glyphosate, em aplicação única, nas doses de 0,48; 0,72; 0,96 e 1,20 kg ha-1 de equivalente ácido, associadas ou não a aplicação sequencial na dose de 0,48 kg ha-1, além de duas testemunhas, uma capinada e outra mantida infestada. As cultivares de soja influenciaram na infestação das espécies de plantas daninhas na área. Sem a aplicação de glyphosate, houve o predomínio de X. strumarium na área, desfavorecendo a ocorrência de outras espécies. Quando utilizado glyphosate, independentemente da dose, a infestação contabilizada aos 35 e 40 dias após a primeira aplicação, no primeiro e segundo ano, respectivamente, foi baixa. O controle de plantas daninhas na cultura da soja transgênica é diretamente influenciado pela dose de glyphosate, havendo controle satisfatório com a aplicação única de 0,96 kg ha-1 ou a sequencial de 0,48 + 0,48 kg ha-1 de glyphosate. Em situação de menor infestação (2006/2007, a aplicação única de 0,48 kg ha-1 de glyphosate é suficiente para o controle das plantas daninhas. As cultivares de soja transgênica CD 214 RR e M-SOY 8008 RR influenciam diferencialmente a dinâmica das espécies de plantas daninhas, sendo o controle químico mais efetivo na situação de cultivo de M-SOY 8008 RR, em que houve menor diversidade e desenvolvimento das plantas daninhas.

  14. Carbono, matéria orgânica leve e fósforo remanescente em diferentes sistemas de manejo do solo Carbon, light organic matter and remaining phosphorus in different soil management systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Gervasio Pereira

    2010-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os teores de carbono orgânico total (COT, matéria orgânica leve (MOL e fósforo remanescente (Prem, em áreas de cerrado sob sistema de plantio direto com diferentes cultivos de coberturas do solo, e compará-los aos de áreas sob preparo convencional e pousio. O experimento foi conduzido em campo, em um Latossolo Vermelho, de agosto de 2000 a março de 2007. O delineamento utilizado foi o de blocos ao acaso com parcelas subdivididas, sendo as parcelas constituídas pelos cinco sistemas de manejo do solo avaliados - pousio, preparo convencional e plantio direto com uso dos cultivos de cobertura crotalária (Crotalaria juncea, milheto (Pennisetum americanum e braquiária (Urochloa brizantha -, e as subparcelas pelos cultivos de soja e milho. Em março de 2007, coletaram-se amostras de solo das profundidades 0,0-0,025, 0,025-0,05, 0,05-0,10 e 0,10-0,20 m, das quais foram quantificados COT, MOL, estoques de COT e Prem. Em áreas sob plantio direto, o aumento nos teores de MOL pode reduzir a adsorção de fósforo ao solo. Sistemas de manejo que não envolvem revolvimento do solo favorecem o aumento do estoque de carbono orgânico nas camadas superficiais, enquanto o preparo convencional e o plantio direto com uso do milheto como planta de cobertura propiciam a incorporação mais profunda do carbono.The objective of this study was to evaluate the contents of total organic carbon (COT, light organic matter (MOL and remaining phosphorus (Prem on savanna areas under no tillage system using cover crops and to compare them to the ones observed under fallow and conventional tillage. The experiment was carried out in field conditions, in a Latossolo Vermelho (Rhodic Haplustox from August 2000 to March 2007. A randomized complete block design was used, in a split-plot arrangement, with plots consisting of the five soil management systems evaluated - fallow, conventional tillage, and no tillage using sunn hemp

  15. EFEITOS DA OCUPAÇÃO DESORDENADA DO SOLO ÀS MARGENS DO CÓRREGO NEBLINA EM ARAGUAÍNA-TO

    OpenAIRE

    Brito, Amanda Martins

    2014-01-01

    Com o crescimento populacional e o acelerado processo de urbanização desordenado as ocupações do solo em áreas indevidas tem sido uma prática comum nas cidades brasileiras, gerando problemas tanto em nível ambiental quanto social. Este artigo tem como objetivo discutir e analisar os efeitos da ocupação desordenada do solo às margens do Córrego Neblina em Araguaína-TO. Verificou-se que a falta planejamento urbano e infraestrutura para atender a demanda populacional do município contribuem para...

  16. Fungos micorrízicos arbusculares em solos da Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos, Itajubá/MG

    OpenAIRE

    Rogério Melloni; Elisa da Costa Guida; Marielle Rezende de Andrade; Eliane Guimarães Pereira Melloni

    2011-01-01

    A Reserva Biológica Municipal Serra dos Toledos é um importante remanescente de Mata Atlântica no sul de Minas Gerais, com elevada biodiversidade e riqueza em recursos hídricos. Estudos relacionados à qualidade de solos são necessários em planos de manejo de reservas, os quais objetivam manter ou melhorar a sustentabilidade ambiental dessas áreas. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o potencial de inóculo de fungos micorrízicos arbusculares (MAs) em amostras de solo característ...

  17. Efeitos do boro em cana-de-açúcar cultivada em vasos contendo solo Effects of boron on sugarcane cultivated in pots with soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Espironelo

    1976-07-01

    Full Text Available Em ensaios em vasos foram estudados os efeitos do boro na cana-de-açúcar var. CB 41-14 (cana-planta e cana-soca, através da administração de doses crescentes do elemento à cana-planta cultivada em solo da série Ibitiruna, do Município de Piracicaba, com teor muito baixo de boro solúvel em água quente. Ao solo dos vasos (80 litros de capacidade foram administradas as doses de 0, 0,5, 1, 2, 3, 4 e 8 ppm B, sob a forma de ácido bórico. Foram obtidos dados de produção de cana (planta e soca e do teor de boro em folhas de três posições na planta (+3, +1 e -1, em amostragens feitas aos cinco e oito meses de idade da cana-planta, e calcularam-se dados de açúcar-provável (cana-planta e soca. O boro aplicado ao solo não proporcionou aumentos nas produções de cana e de açúcar-provável, tanto em cana-planta como em cana-soca, induzindo, entretanto, efeito depressivo em ambos os casos, pela dose mais elevada (8 ppm B na cana-planta. Os teores de B nas folhas ( + 3, +1 e -1 de cana-planta, aos cinco meses de idade, cresceram com as doses administradas ao solo, alcançando níveis muito elevados (289 ppm no tratamento 8 ppm B, com a média geral atingindo 124,4 ppm B. Aos oito meses, os valores foram bem mais baixos (média geral 61,4 ppm B e não seletivos em relação à dose do boro aplicada. A melhor época de amostragem estaria em torno de cinco meses. As três posições de folha estudadas mostraram-se eficientes em relação às doses de boro aplicadas ao solo, sendo que +3 e +1 deram valores mais altos do que -1.The effects of boron on the behaviour of sugarcane (plant-crop and first ratton crop var. CB 41-14 were studied in a trial pot with increasing doses of this micronutrient to Ibitiruna soil from Piracicaba, SP, considered poor in boron content. The boron applied did not increase cane growth nor sugar content, but 8 ppm B reduced both cane and sugar production. Chemical analysis with leaves 5 months old revealed

  18. Propriedades físicas de Latossolo Vermelho distroférrico típico sob sistemas de manejo na sucessão soja-milho no período de três anos = Physical properties in distrofic Red Latosol under management systems in the succession soybean-maize in three years

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reny Adilmar Prestes Lopes

    2007-12-01

    Full Text Available Este trabalho avaliou alterações das propriedades físicas teor de água, densidade e porosidade do solo em áreas sob sistemas de semeadura direta e preparo convencional nas culturas de soja e milho em três anos agrícolas. O experimento foi instalado no NúcleoExperimental de Engenharia Agrícola da Unioeste (Cascavel, Estado do Paraná. Nos dois primeiros anos foi implantada a cultura de soja; no terceiro ano, milho, como cultura de verão, e aveia preta e nabo forrageiro, como cobertura de inverno. Durante os três anos,foram observados redução do teor de água e densidade do solo e aumento da porosidade. As variações nas propriedades físicas do solo mostraram relação diretamente proporcional entre teor de água e densidade do solo e inversamente para porosidade. O solo apresentoumelhorias nas condições físicas pelo acréscimo de porosidade e redução de densidade com as culturas de aveia preta+nabo forrageiro e milho. O manejo soja/milho em rotação com aveia preta+nabo forrageiro mostrou-se mais adequado na melhoria das condições físicas dosolo do que os sistemas de manejo, uma vez que nenhum dos sistemas teve maior destaque na melhoria das propriedades físicas avaliadas em todo o período.This study evaluated alterations in the physical properties water content, soil density and porosity in areas under no tillage and tillage systems in the cultures of soybean and maize in three agricultural years. The experiment was carried out at the Experimental Nucleus of Agricultural Engineering of Unioeste (Cascavel, state of Paraná. Soybean culture occurred in the first two years and in the third year maize, as summer crop, black oats and forage turnip as winter cover crops. During these three years the study observed reduction of water content and soil density andincrease of porosity . The variations as regards the physical properties of the soil showed direct proportional relation between water content and soil density and was

  19. Benefícios à saúde humana do consumo de isoflavonas presentes em produtos derivados da soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayara Miranda Zakir

    2015-09-01

    Full Text Available As leguminosas utilizadas na alimentação de diversas populações ao redor do mundo são importantes fontes de energia e diversos nutrientes. A soja (Glycine max que apresenta uma composição quase completa, vem se destacando como um alimento funcional, pois além de sua função normal de nutrição, ainda apresenta diversos benefícios para a saúde. O grão de soja possui os compostos bioativos que estão sendo amplamente estudados, pois visam a prevenção e a redução dos riscos de desenvolvimento de d oenças crônicas como diabetes, colesterol, hipertensão arterial, cânceres entre outros. As isoflavonas são compostos químicos pertencentes à classe dos fitoestrógenos, as principais isoflavonas encontradas na soja são a daidzeína, a genisteína e a gliciteína. Evidências científicas sugerem que as isoflavonas, desempenham um papel importante na prevenção e controle de doenças crônicas. Devido ao crescente interesse da população em consumir alimentos saudáveis, a indústria alimentícia vem se dedicando a desenvolver novos produtos, cujas funções pretendem ir além do fornecimento dos nutrientes básicos à alimentação humana, esses alimentos são conhecidos como alimentos funcionais. Dessa forma torna-se importante o estudo dos benefícios que o consumo de diferentes produtos alimentícios à base de soja pode oferecer na prevenção e no controle de diversas patologias. O presente trabalho tem como objetivo incentivar o consumo dos produtos derivados de soja, devido aos efeitos benéficos que a ação das isoflavonas presente na leguminosa oferece ao organismo humano.

  20. Eficiência da escarificação mecânica e biológica na melhoria dos atributos físicos de um latossolo muito argiloso e no incremento do rendimento de soja Efficiency of mechanical and biological chiseling in the improvement of physical attributes of a heavy clay oxisol and the increment of soybean yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo da Silveira Nicoloso

    2008-08-01

    Full Text Available A compactação é uma das principais causas de decréscimo da produtividade dos solos agrícolas. A escarificação mecânica tem sido sugerida para reduzir a compactação do solo em áreas sob sistema de semeadura direta consolidada. Outra opção para aliviar a compactação é o uso de plantas de cobertura com sistema radicular pivotante e bem desenvolvido, como o nabo-forrageiro, com capacidade de crescer em camadas compactadas, formar bioporos estáveis e melhorar os atributos físicos do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência do método mecânico (escarificador e do método biológico (nabo-forrageiro de descompactação do solo, ou de ambos associados, em promover a melhoria dos atributos físicos de um Latossolo de textura muito argilosa e o rendimento de grãos da cultura da soja manejada sob semeadura direta. Os tratamentos utilizados foram: aveia-preta em semeadura direta (SD-Av, consórcio de nabo-forrageiro e aveia-preta em semeadura direta (SD-Nb+Av, aveia-preta em solo escarificado (ESC-Av e consórcio de nabo-forrageiro e aveia-preta em solo escarificado (ESC-Nb+Av. Foram avaliadas a densidade, macroporosidade, microporosidade e porosidade total do solo nas camadas 0-0,05; 0,05-0,10; 0,10-0,15; e 0,15-0,20 m, resistência do solo à penetração, umidade gravimétrica e infiltração de água no solo, no momento do pleno florescimento da soja. Além disso, foram determinadas a produção de matéria seca das plantas de cobertura de solo de inverno e o rendimento de soja no verão. Os tratamentos não afetaram significativamente a densidade do solo em nenhuma das camadas avaliadas, no entanto os tratamentos SD-Nb+Av e ESC-Nb+Av duplicaram os valores de macroporosidade do solo na média da camada 0-0,20 m, com efeitos mais pronunciados nas camadas mais superficiais do solo. Os tratamentos SD-Nb+Av e ESC-Nb+Av reduziram a resistência do solo à penetração em relação ao tratamento SD-Av, enquanto o

  1. Propriedades físico-hídricas em Latossolo do Cerrado sob diferentes sistemas de manejo Physicohydric properties of Cerrado Latosol under different management systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cícero C. de Figueiredo

    2009-04-01

    Full Text Available Visou-se, neste trabalho, avaliar as propriedades físico-hídricas do solo sob diferentes sistemas de manejo, em comparação com o Cerrado nativo, em Santo Antônio de Goiás, GO, em áreas cultivadas desde o ano de 1993. As propriedades físico-hídricas foram avaliadas nas profundidades de 0-0,10 e 0,10-0,20 m do solo submetido aos sistemas de manejo: S1 (soja/feijão/arroz/milheto/feijão, S2 (soja/milheto/milho, S3 (milho + pastagem de braquiária - integração-lavoura-pecuária e S4 (cerrado nativo. Utilizou-se, para comparar os resultados obtidos nos diversos sistemas de manejo do solo, o intervalo de confiança com nível de probabilidade de 5%. A área com pastagem de braquiária sob pastejo animal promoveu compactação do solo na camada superficial, verificada pela redução da macroporosidade, aumento da microporosidade e da densidade do solo.The objective of this study was to evaluate the physico-hydric soil properties under different management systems in comparison with the native Cerrado, in Santo Antônio de Goiás, Goiás State, in areas cultivated since 1993. The evaluated systems in the depths of 0 - 0.10 and 0.10 - 0.20 m were: system S1 (soybean/bean/rice/pearl millet /bean, system S2 (soybean/pearl millet/corn, system S3 (corn + Brachiaria brizantha in integrated crop-livestock system and system S4 (native cerrado. To compare the results obtained in the several soil management systems, the interval of confidence was used, at a probability level of 5%. The use of area under Brachiaria brizantha pasture for animal grazing caused compaction of the soil in the surface layer, verified through the reduction of the macroporosity, and increase of the microporosity and soil bulk density.

  2. Efeito residual de herbicidas aplicados em pré-emergência em diferentes solos Residual effect of herbicides applied in pre-emergence in different soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.H. Inoue

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi monitorar o efeito residual dos herbicidas ametryne, clomazone e diuron, aplicados em pré-emergência, utilizando amostras de um Neossolo Quartzarênico e de um Latossolo Vermelho, com texturas e composições contrastantes. Para isso, foram conduzidos seis bioensaios em casa de vegetação, com amostras de um Neossolo Quartzarênico (textura arenosa e de um Latossolo Vermelho (textura argilosa. Foi avaliado o efeito residual de ametryne (0, 1,60 e 2,40 kg ha-1, clomazone (0, 0,90 e 1,10 kg ha-1 e diuron (0, 1,60 e 3,20 kg ha-1, por meio de semeadura de bioindicador previamente selecionado (Cucumis sativus ou Brachiaria decumbens aos 0, 25, 50, 75 e 100 dias após a aplicação (DAA. Verificou-se que ametryne proporcionou 80% de controle até os 40 DAA, independentemente do solo e da dose. O clomazone apresentou efeito residual satisfatório quando aplicado na dose recomendada em solo argiloso, mantendo o controle acima de 80% até os 71 DAA. Em solo arenoso, o controle não foi satisfatório já aos 25 DAA, mesmo na dose recomendada para solo argiloso. Diuron apresentou alta estabilidade em solo argiloso, observando-se controle superior a 91% até os 100 DAA na dose recomendada e controle acima de 80% até os 54 DAA na dose recomendada para solo arenoso. No entanto, em solo arenoso não houve aumento do efeito residual, mesmo com a aplicação da dose recomendada para solo argiloso.The objective of this work was to monitor the residual effect of the herbicides ametryne, clomazone and diuron, applied in pre-emergence, using Psament and Red Latosol with contrasting texture and composition. Thus, six experiments were conducted under greenhouse conditions with samples of Psament (sandy texture and Red Latosol (clay texture. The residual effect of ametryne (0, 1.60 and 2.40 kg ha-1, clomazone (0, 0.90 and 1.10 kg ha-1 and diuron (0, 1.60 and 3.20 kg ha 1 was evaluated by sowing the test plant (Cucumis sativus or

  3. Estudo da Concentração de Mercado ao Longo da Cadeia Produtiva da Soja no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilson Luiz Costa

    2014-12-01

    Full Text Available O objetivo da presente pesquisa foi mensurar a concentração de mercado ao longo da cadeia produtiva da soja. A partir dessas informações tornou-se possível avaliar se as estratégias para manter e ampliar o poder de mercado e a governança ao longo da cadeia produtiva da soja resultam em sucesso, captação do excedente do produtor rural de soja e competitividade da agroindústria processadora do grão. Neste contexto, foram calculados o Market Share, a Relação de Concentração e do Índice de Herfindahl-Hirschmann. Confirmou-se a hipótese de que o mercado que fornece insumos para os produtores rurais de soja está altamente concentrado. A hipótese de elevada concentração no segmento de aquisição e processamento da soja também foi confirmada.  Concluiu-se que o produtor rural de soja encontra-se em situação de fragilidade econômica, pois: a adquire insumos em mercado oligopolizado e vende a produção em mercado oligopsonizado; b as empresas dominantes estão protegidas por barreiras à entrada. Diante deste cenário e das análises realizadas, cabe ao Estado brasileiro definir a forma de inserção dos agentes nacionais, em especial do produtor rural: se será caracterizado como um instrumento de acumulação do capital internacional ou se participará dos ganhos e se constituirá como agente de desenvolvimento regional. 

  4. Análise de Rotas Alternativas de Transporte: O Caso da Soja de Mato Grosso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elvio Souza Resende

    2011-06-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE A proposta deste trabalho é analisar as rotas de transporte de soja do Estado de Mato Grosso. O sistema de transporte da soja C um ponto importante na cadeia produtiva, pois a maior parte dos custos desta commodity é dado pelos custos de transporte. Nesse sentido, a otimização desse segmento é essencial para aumentar a competitividade da soja mato-grossense no mercado internacional. O complexo soja brasileiro tem aumentado a sua participação nas exportações dos produtos agrícolas nos últimos dez anos, mas os investimentos de outros países fazem com que as exportações brasileiras não fiquem tocadas apenas no crescimento da produção mas sim na eficiência de toda a cadeia produtiva. Levando em consideração os investimentos previstos do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento em infraestrutura para Mato Grosso procurou-se estabelecer novas rotas para o escoamento da produção de soja em Mato Grosso. Assim concluiu-se que a expansão da ferrovia ate Rondonópolis, a recuperação e pavimentação da BR-163 proporcionarão condições para a redução do custo do frete para a soja mato-grossense.

  5. Sistemas de manejo em plantios florestais de eucalipto e perdas de solo e água na região do Vale do Rio Doce, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayesse Aparecida da Silva

    2011-12-01

    Full Text Available A erosão hídrica é a principal responsável pela perda da capacidade produtiva dos solos sob florestas plantadas e alteração da quantidade e qualidade da água em sub-bacias. Assim, este trabalho objetivou avaliar a influência dos sistemas de manejo adotados nos plantios florestais com eucalipto (eucalipto em nível - EN, eucalipto em desnível - ED e eucalipto em desnível com queima - EDQ sobre as perdas de solo e água por erosão hídrica em relação às perdas em floresta nativa (FN, pastagem (PP e solo descoberto (SD, num Latossolo Vermelho (LV e Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA, e indicar qual o período mais crítico no manejo do solo, em relação à erosão hídrica, durante o ciclo de cultivo do eucalipto. O estudo foi conduzido em dois municípios: Belo Oriente (LVA e Guanhães (LV, situados no Vale do Rio Doce, região Centro-Leste do estado de Minas Gerais. Com exceção do sistema SD no LVA, as perdas de solo foram abaixo do limite de tolerância admissível para essas classes de solos, nestas regiões, que são de 11,22 Mg ha-1 ano-1 no LV e de 7,17 Mg ha-1 ano-1 para o LVA. As perdas de água nos sistemas com eucalipto foram menores no plantio em nível, no LVA. Nos sistemas com eucalipto, os períodos iniciais após o plantio apresentam as maiores perdas de solo e água com redução ao final do ciclo. Por outro lado, no LVA os sistemas com solo descoberto e floresta nativa apresentaram aumento das perdas de água com o decorrer do tempo avaliado, indicando adequação dos sistemas com eucalipto.

  6. Associação micorízica em espécies arbóreas, atividade microbiana e fertilidade do solo em áreas degradadas de cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Helena Scabora

    2011-06-01

    Full Text Available A recuperação de áreas de obras das barragens, em especial de "áreas de empréstimos", é difícil e consiste em um processo lento, visto que toda a vegetação e a camada fértil do solo foram removidas. Intervenções nessas áreas poderiam acelerar o processo de revegetação. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a associação de fungos micorrízicos arbusculares (FMA em espécies arbóreas, atividade microbiana pela respiração basal e fertilidade em áreas degradadas de cerrado. Utilizou-se solo de duas áreas, solo de pastagem e subsolo exposto. Adubações orgânica e mineral, além da calagem, foram efetuadas nas covas, visando a um melhor crescimento inicial das mudas, assim como, 50 mL de solo de cerrado preservado como inoculante de microrganismos. Mudas de 11 espécies arbóreas foram plantadas ou seja: Anadenanthera falcata (Benth. Speg. (angico-preto, Acacia polyphylla D.C. (monjoleiro, Stryphnodendron adstringens (Mart. Coville (barbatimão, Dimorphandra mollis Benth (faveiro, Hymenaea stigonocarpa Mart. ex Hayne (jatobá-de-cerrado, Dipteryx alata Vog. (baru, Machaerium acutifolium Vogel (jacarandá-do-campo, Schinus terebinthifolia Raddi (aroeira-pimenteira, Magonia pubescens St. Hil. (tingui, Lafoensia pacari St. Hil. (dedaleira e Tabebuia aurea (Manso Benth. & Hook. (ipê-amarelo. Doze meses após a instalação do experimento, amostras de raízes foram coletadas na camada de 0-0,10 m para as avaliações. O subsolo, em relação ao solo de pastagem, continuou pobre em matéria orgânica e com menor atividade microbiana. As maiores porcentagens de colonização micorrízica por FMA foram observados nas espécies Acacia polyphylla D.C. (monjoleiro, Magonia pubescens St. Hil. (tingui, Hymenaea stigonocarpa Mart. ex Hayne (jatobá-de-cerrado e Schinus terebinthifolia Raddi (aroeira-pimenteira. Tais espécies podem ser indicadas para projetos de revegetação em áreas degradadas de cerrado. As plantas das duas

  7. Nitrogênio da biomassa microbiana em solo de Cerrado com aplicação de fertilizante nitrogenado Microbial biomass nitrogen in cerrado soil with nitrogen fertilizer application

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Rodrigues Coser

    2007-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da adubação nitrogenada no nitrogênio da biomassa microbiana do solo (N BMS, em diferentes profundidades, em um Latossolo Vermelho-Amarelo cultivado com cevada. O experimento foi instalado em junho de 2004, em área experimental de primeiro ano de plantio direto, anteriormente cultivada com milheto por três anos e posteriormente com soja por duas safras. Foram utilizados os seguintes tratamentos: quatro doses de nitrogênio (30, 60, 90 e 120 kg ha-1 e o controle sem adubação nitrogenada. As amostras de solo foram coletadas em quatro profundidades: 0-5, 5-10, 10-20 e 20-30 cm, com três repetições e em três épocas: perfilhamento pleno, floração e logo após a colheita. O N BMS e a razão N BMS:Ntotal diminuíram com a profundidade. Doses mais elevadas de nitrogênio não aumentaram o N BMS. O Ntotal não foi alterado nas diferentes doses de nitrogênio, mas diminuiu com a profundidade. Houve correlação negativa entre o N BMS e o pH do solo em todas as doses de nitrogênio, com exceção na dose zero. Houve também, correlação positiva entre a razão N BMS:Ntotal e o N BMS, porém não entre a razão N BMS:Ntotal e o Ntotal.The objective of this work was to evaluate the effect of different nitrogen doses and soil depths on soil microbial biomass nitrogen (N SMB in a sandy textured Oxisol, cultivated with barley. The experiment was established in June, 2004, in an area which had been cultivated with millet for three years and subsequently with soya beans for two seasons. The treatments were four doses of nitrogen (30, 60, 90 e 120 kg ha-1 and a control without any dose. Soil samples were collected in four depths: 0-5, 5-10, 10-20 e 20-30 cm, comprising three replicates and three sampling periods: tillering, flowering and right after the harvest. The N SMB and N SMB:Ntotal decreased according to depth. Higher doses of nitrogen did not increase the N SMB. The Ntotal was not altered with

  8. Metais pesados em solos de área de rejeitos de indústria de processamento de zinco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. R. Ribeiro-Filho

    1999-06-01

    Full Text Available Apesar de a poluição do solo ser amplamente constatada, estudos sobre as concentrações e formas dos metais pesados em solos e seus efeitos no ecossistema são ainda pouco enfatizados, principalmente em condições tropicais. O presente estudo foi desenvolvido em área de rejeitos de uma unidade de extração e industrialização de zinco pertencente à Companhia Mineira de Metais-CMM, em Três Marias (MG, com o objetivo de avaliar as quantidades e formas de metais pesados em sete locais representativos da área. Os locais foram selecionados para amostragem, baseando-se em diferenças na forma de contaminação, aspectos de solo, topografia e vegetação. Realizaram-se análises químicas de fracionamento de metais pesados e extrações simples com DTPA e Mehlich-1, buscando determinar os teores e formas dos metais na superfície e em profundidade e fazer inferências sobre o potencial de risco ambiental desses metais. Os teores totais dos metais nas camadas superficiais dos locais estudados foram, em média, de: 13.533 mg kg-1, para Zn; 170 mg kg-1, para Cd; 865 mg kg-1, para Cu, e 612 mg kg-1, para Pb, enquanto os teores trocáveis (MgCl2 nessas mesmas camadas variaram de 231 a 1.407 mg kg-1, para Zn; 14 a 390 mg kg-1, para Cd, e 11 a 33 mg kg-1, para Pb; o Cu raramente ocorreu nesta forma. Os solos dos locais estudados, com teores excessivos de Zn, Cd, Cu e Pb, são considerados poluídos. Em determinados locais contaminados por escoamento (superficial e subsuperficial e arraste de material de solo e rejeito, a poluição mostrou-se mais evidente nas camadas superficiais. No local da ustulação, verificou-se maior percentagem de Zn trocável em todos os níveis de profundidade. Nos demais locais, o Cd apresentou também grandes concentrações nas formas trocáveis, razão por que tal elemento oferece maior risco de contaminação ambiental. De modo geral, a ocorrência de Zn foi maior nas formas carbonato e residual, enquanto o Cd

  9. BEBIDA DE SOJA (GLYCINE MAX E ACEROLA (MALPIGHIA PUNICIFOLIA ENRIQUECIDA COM CÁLCIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Cristina de Souza LIMA

    2012-12-01

    Full Text Available Na atualidade, as indústrias alimentícias vêm buscando novas formulações de produtos, devido ao aumento da demanda do consumidor por alimentos funcionais. A acerola e a soja são consideradas alimentos funcionais, no entanto, a soja apresenta teores limitantes de cálcio. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da adição de diferentes sais de cálcio sobre as propriedades sensoriais de bebida formulada com adição de soja e acerola. Amostras dessa bebida natural (sem adição de cálcio e enriquecidas com quatro diferentes sais de cálcio - lactato de cálcio, carbonato de cálcio, gluconato de cálcio e fosfato tricálcio foram analisadas sensorialmente por 50 provadores, segundo escala hedônica estruturada de 7 pontos. A bebida enriquecida com melhor qualidade sensorial foi caracterizada físicoquímica e microbiologicamente. Dentre as bebidas de soja e acerola enriquecidas com sais de cálcio a que se destacou em termos de sabor global foi aquela enriquecida com lactato de cálcio. O teor de cálcio encontrado em 200 mL dessa bebida na forma pasteurizada foi capaz de suprir em torno de 38% da ingestão diária recomendável para adultos constituindo, assim, uma bebida funcional à base de soja, com alto valor nutritivo e boa qualidade sensorial.

  10. Espectroscopia VIS-NIR-SWIR na avaliação de solos ao longo de uma topossequência em Piracicaba (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José A. M. Demattê

    Full Text Available RESUMOObjetivou-se neste trabalho caracterizar diferentes solos por espectrorradiometria de reflectância ao longo de uma topossequência na região de Piracicaba, SP. Amostras de solo foram coletadas e analisadas em campo, em laboratório de análises químicas e por sensores Vis-NIR (400-2500 nm. Alterações nos solos da topossequência foram identificáveis nas informações espectrais. Constituintes dos solos, tais como, matéria orgânica, mineralogia, formas de óxidos de ferro e granulometria foram determinantes nas variações das feições de absorção e intensidades de reflectância. Cada perfil mostrou características espectrais diferenciadoras entre horizontes, relacionadas à intensidade, feições de absorção e morfologia da curva. A avaliação morfológica não pode ser avaliada pelo sensor, sendo uma de suas limitações. Existe relação entre grau de intemperismo (índices ki, relação silte/argila e mineralogia e dados espectrais. Isso foi observado nos solos originados de basalto, onde houve aumento do ferro extraído pelo ditionito (cristalino e amorfo na sequência Nitossolo Vermelho Latossólico (NVL em direção ao Cambissolo (C e, aumento do ferro amorfo nesta mesma sequência. Na avaliação da topossequência completa observou-se a sequência de absorção centrada em 500 e 850 nm decrescente do Nitossolo Vermelho Latossólico em direção ao Chernossolo, ou seja, na sequência de decréscimo dos teores de ferro cristalino (hematita e goethita e aumento de ferro amorfo, corroborado pelo aumento dos valores do índice ki. Houve relação entre os dados espectrais, o índice ki e a posição do solo na paisagem. Esses resultados mostram que a espectrorradiometria é uma ferramenta promissora para auxiliar o levantamento de solos. Entretanto, há necessidade do suporte à implantação de bibliotecas de dados espectrais de solos com acesso irrestrito aos usuários.

  11. CRESCIMENTO DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM SOLO SALINO-SÓDICO TRATADO COM ÁCIDO SULFÚRICO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivaldo Vital dos Santos

    1998-08-01

    Full Text Available RESUMO O trabalho foi conduzido em casa-de-vegetação, com o objetivo de se avaliar a tolerância de mudas de espécies arbóreas cultivadas em solo salino-sódico. O solo, após seco, destorroado, peneirado e homogeneizado, foi colocado em vasos com capacidade para 2U. O experimento envolveu 5 espécies, 2 tratamentos de corretivo e 3 repetições, totalizando 30 vasos e os tratamentos corresponderam à omissão e presença de ácido sulfúrico (2,4ml.vaso-1. As espécies cultivadas foram: algaroba (Prosopis juliflora, leucena (Leucaena leucocephala, sabiá (Mimosa caesalpiniifolia, jucá (Caesalpinia ferrea e tamboril (Enterolobium contorsiliquum. Após 50 dias da germinação constatou-se que a algaroba e o tamboril apresentaram maior crescimento da parte aérea e que a aplicação do ácido sulfúrico no solo acentuou tal resultado.

  12. Alterações em propriedades químicas e físicas de dois solos irrigados com águas com elevados teores de sais.

    OpenAIRE

    Lima, André Souza

    2011-01-01

    O trabalho foi realizado para verificar o efeito de lâminas crescentes de irrigação sobre parâmetros de salinidade do solo, em duas condições de solo e água, na região de Mossoró-RN. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições, em bandejas com dimensões de 0,235 x 0,365 m, contendo 0,00343 m³ de solo. Nelas foram testadas seis lâminas de irrigação (L1=500 mm, L2=1000 mm, L3=1500 mm, L4=2000 mm, L5=3000 mm e L6=5000 mm) e dois tipos de solos, um ...

  13. Estimativa do teor de argila e do potássio trocável em solos esparsamente amostrados no sul do estado de Mato Grosso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. G. Couto

    2000-03-01

    Full Text Available A determinação da distribuição espacial de propriedades do solo é importante para entender as limitações para a nutrição de plantas e estabelecer o manejo apropriado do recurso solo em áreas recentemente incorporadas ao uso agrícola, principalmente onde os levantamentos de solos disponíveis são do tipo exploratório. Como modelo de estudo, este trabalho enfoca a variabilidade espacial do teor de argila (At e do teor de potássio trocável (Kt por meio de semivariogramas em amostras de solos coletadas em julho de 1994, no sul do estado de Mato Grosso. Métodos geoestatísticos foram usados para descrever a variabilidade espacial e para estimar estas propriedades ao longo de dois transectos cortando diferentes unidades de mapeamento de solos. A técnica de interpolação por Krigagem ordinária estimou apropriadamente os valores em áreas não amostradas, além de identificar os locais onde as amostragens de solos devem-se concentrar nos futuros trabalhos de levantamentos de solos. Os atributos estudados foram influenciados principalmente pelas diferentes classes de solo e apresentaram moderada dependência espacial e anisotropia no horizonte estudado. Levantamentos para avaliar a fertilidade dos solos e informações provenientes de mapas de solos podem ser analisados, por métodos geoestatísticos, pelas instituições de planejamento e assistência técnica, para complementar informações para o planejamento do uso da terra, como também para estimar indicadores da qualidade do solo com base nos princípios da sustentabilidade das terras. Parâmetros dos semivariogramas de At e Kt associados às classes de solos podem ser usados para reduzir o esforço de amostragem destes atributos na área estudada. O uso das informações dos levantamentos de solos permitiu reduzir o esforço de amostragem para a At, em até cerca de sete vezes.

  14. Aspectos microbiológicos e químicos em solo submetido à solarização

    OpenAIRE

    Cruz, Juliana Cristina Sodário [UNESP

    2003-01-01

    A técnica de solarização vem sendo utilizada em pequenas propriedades como uma alternativa de substituição de defensivos agrícolas no controle de fitopatógenos, insetos, plantas daninhas e nematóides de solo. Desta forma, instalou-se um experimento em condições de campo, numa área da Fazenda Experimental Lageado, campus da UNESP no município de Botucatu – SP (latitude 22°51’S e longitude 48°26’W) para se avaliar o impacto desta técnica sobre a comunidade microbiana de um solo caracterizado co...

  15. A FERTIRRIGAÇÃO E O PROCESSO DE SALINIZAÇÃO DE SOLOS EM AMBIENTE PROTEGIDO

    OpenAIRE

    Silva, Alexsandro Oliveira da

    2014-01-01

    A fertirrigação é uma das alternativas para o parcelamento da adubação em cultivos agrícolas, evitando perdas por lixiviação ou volatilização dos adubos, porém o seu uso excessivo e inadequado pode levar a salinização de solos, principalmente em casas de vegetação, pois o excesso de fertilizantes eleva a condutividade elétrica na solução do solo,  causando redução na produtividade das culturas. No presente texto, foram revisados trabalhos que direta ou indiretamente, abordaram o efeito da fer...

  16. Fauna invertebrada e atributos físicos e químicos do solo em sistemas de integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irzo Isaac Rosa Portilho

    2011-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do sistema de integração lavoura-pecuária (ILP nos principais grupos da macrofauna invertebrada do solo e a relação destes organismos com os atributos físicos e químicos do solo. Foram comparados: sistema de manejo convencional, sistema integração lavoura-pecuária, sistema plantio direto, pastagem cultivada continuamente e fragmentos naturais de Cerrado e de floresta semidecídua. O experimento foi conduzido em Dourados, MS, em um Latossolo Vermelho distroférrico típico, disposto em faixas. A maior densidade, riqueza e diversidade das famílias foi observada no sistema de ILP, em plantio direto, e no sistema em pastagem cultivada continuamente. O sistema convencional promoveu maior redução na comunidade dos organismos invertebrados do solo. O sistema de ILP favorece a manutenção da diversidade da fauna invertebrada, a formação dos agregados estáveis e a fertilidade do solo. A família Sthaphylinidae é um potencial bioindicador de qualidade do solo, principalmente na floresta semidecídua e no sistema de ILP.

  17. Disponibilidade dos metais pesados tóxicos cádmio, chumbo e cromo no solo e tecido foliar da soja adubada com diferentes fontes de NPK+Zn Availability of cadmium, lead and chromium toxic heavy metals in soil and soybean leaf tissue fertilized with different sources of NPK+Zn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivair André Nava

    2011-10-01

    Full Text Available Os fertilizantes utilizados para suprir micronutrientes podem apresentar metais pesados tóxicos em sua composição que podem proporcionar severas consequências ao meio ambiente. Plantas cultivadas na presença de determinadas concentrações de elementos tóxicos podem oferecer risco de contaminação, pois os acumulam em seus tecidos. Desse forma, neste trabalho objetivou-se avaliar a disponibilização dos metais pesados tóxicos Cd, Pb, e Cr para o solo e tecido foliar da cultura da soja, cultivada a campo e fertilizada com um formulado N:P2O5:K2O e diferentes fontes de Zn. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial [(5+1x2], com três repetições. Os tratamentos foram constituídos de cinco diferentes fertilizantes NPK+Zn (quatro fontes com Zn e uma sem Zn, um tratamento sem adubação e duas doses de adubação (uma vez e o seu dobro. Com base nos resultados obtidos foi concluído que a aplicação dos tratamentos disponibilizou Cd, Pb e Cr para as plantas de soja e para o solo do experimento nas duas doses de adubação utilizadas.Fertilizers used to supply micronutrients may have toxic heavy metals in their composition, which can have severe consequences for the environment. Plants grown in the presence of certain concentrations of toxic elements may present a risk of contamination because the toxins accumulate in their tissues. This study aimed to measure the presence of the toxic heavy metals Cd, Pb and Cr in the soil and leaf tissue of field-grown soybean plants, fertilized with a formulated N:P2O5:K2O and different sources of Zn. The experimental design utilized randomized blocks in a factorial scheme [(5+1x2], with three replications. The treatments consisted of five different fertilizers NPK + Zn (four sources with Zn and one without Zn, a treatment without fertilizer and two fertilizer levels (a single and double application. Based on obtained results it was concluded that the double

  18. Efeitos dos herbicidas glyphosate e paraquat, aplicados ao solo, sobre a emergência de feijão e soja e de algumas espécies daninhas Effects of the herbicides glyphosate and paraquat, applied to the soil, on the emergence of dry beans and soybeans and some weed species

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.A. Dias

    1982-06-01

    Full Text Available Em trabalho conduzido a campo na Estação Experimental Agronômica da UFRGS, Guaíba, RS em 1979/80, usaram-se os herbicidas glyphosate, paraquat e sua combinação, objetivando determinar os efe itos de doses e de épocas de aplicação destes herbicidas em plântulas de feijão e de soja e sobre nutrientes do solo. Pelos resultados obtidos para emergência e peso de maté ria seca da parte aé re a de soja , não houve di ferenças para os tratamentos testados. Também não ocorreram diferenças significativas à população in ic ia l de feijão e sobre os elementos de solo analisados (Ca, Mg e K. Com relação ao peso de matéria seca da parte aérea do feijão, verificou-se que houve interação entre herbicida e doses usadas, tendo glyphosate isolado e glyphosate mais paraquat aplicados seqüencialmente nas doses máximas causado redução significativa naquele parâmetro. Com relação ao paraquat, não foram detectadas diferenças significativas entre as doses testadas.A field xeperiment was conducted during the 1979/80 growing season at the Agronomic Experimental Station of the Federal University of Rio Grande do Sul, in Guaíba, RS, Brazil, in order to evaluate the efects of rates and times of appl ication of the herbicides glyphosate, paraqu at, and the ir combin at ion, on dry beans (Phaseolus vulgaris L. and soybeans (Glvcine max (L. Merrill, and on some soil nutrierts. The results indicated no significant differences among the soybeans treatments tested fo r plant population and shoot dry weight. Also no sta ti sti cal diffe re nces occurred fo r dry beans plant population and for soil nutrients analysed (Ca, Mg, and K. For dry beans shoot dry weight, there was an interaction of herbicides and rates, where glyphosate sprayed alone and glyphosate plus paraquat applied at the maxima ra te s te sted caused significant decreases on that variable. For paraquat utilized alone, no significant effects were detected among the rates applied.

  19. Metodologia para determinação de efeitos fisiológicos e metabólicos do glufosinate em soja

    OpenAIRE

    Barberis, Luis Rodrigo Miyamoto [UNESP

    2012-01-01

    O glufosinate é derivado do fosfinotricina, uma toxina microbiana natural isolada a partir de duas espécies de fungos Streptomyces. Atua inibindo a atividade da enzima glutamina sintetase, que é necessária para a produção do aminoácido glutamina e para a desintoxicação da amônia pela planta. Objetivou-se neste trabalho avaliar a intoxicação e alterações fisiológicas e bioquímicas causadas pelo glufosinate em plantas de soja. O experimento foi conduzido em casa-de-vegetação, no Núcleo de Pesqu...

  20. Características físico-químicas de derivados proteicos de soja em dietas extrusadas para cães Physical-chemical characteristics of soy-protein derived in extruded diets for dogs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ananda Portella Félix

    2010-12-01

    Full Text Available A soja é um grão rico em proteínas e lipídeos, a partir do qual se obtém diversos derivados proteicos de alto valor nutricional. Em virtude disso, realizou-se este estudo com o objetivo de analisar a composição bromatológica de derivados proteicos de soja, bem como as características físico-químicas dos extrusados formados a partir destes. Foram formuladas seis dietas para cães, uma referência e cinco contendo 30% de derivados de soja (farinha desengordurada - FDS, micronizada, farelo, grão integral e grão tostado, as quais foram extrusadas. Os derivados de soja e as dietas foram submetidos a análises bromatológicas e de qualidade do processamento. A FDS e o farelo de soja apresentaram os maiores teores de proteína bruta, enquanto os grãos de soja integral e tostado e a soja micronizada apresentaram os maiores teores de extrato etéreo em hidrólise ácida e energia bruta. A soja grão integral apresentou a maior atividade ureásica e inibitória de tripsina, mesmo após a extrusão da dieta. Os extrusados contendo as sojas grão e micronizada apresentaram as maiores densidades e as menores durezas, índice de absorção de água e grau de gelatinização do amido. Derivados proteicos de soja apresentam alto valor nutricional, entretanto, devem ser termicamente processados antes da extrusão para completa inativação do inibidor de tripsina. Além do mais, derivados contendo alto teor de lipídeos, como soja grão e micronizada, quando adicionados em 30% da fórmula, comprometem a qualidade do extrusado.Soy is a grain rich in protein and lipids, from which its obtained different protein products of high nutritional value. This study aimed to analyze the chemical composition of different soy-protein products, as well as the characteristics of the extruded produced. Six diets were formulated, a reference and five with 30% soy product (defatted soy flour - DSF, micronized, soybean meal, crude grain or toasted grain, which were

  1. Variação na resistência tênsil de agregados em função do conteúdo de carbono em dois solos na região dos Campos Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ademir de Oliveira Ferreira

    2011-04-01

    Full Text Available O comportamento em macroescala do solo depende das propriedades mecânicas de agregados individuais. A resistência tênsil (RT de agregados do solo é uma das propriedades mecânicas mais úteis e utilizadas como indicadora do impacto do manejo na qualidade do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento da RT em relação ao conteúdo do C orgânico total (COT em dois solos (Latossolo Vermelho distrófico típico com classes texturais diferentes, em sistema plantio direto de longa duração. O delineamento experimental utilizado foi fatorial 2 x 2 x 2 inteiramente casualizado, com 12 tratamentos. Os fatores analisados foram: (a dois solos: Latossolo Vermelho distrófico típico classe textural franco-argiloarenosa e Latossolo Vermelho distrófico típico classe textural franco-argilosa; (b profundidades de amostragem: 0-5 e 5-20 cm; e (c épocas de amostragem (E1-outubro de 2007; E2-setembro de 2008. Para determinação da resistência tênsil, foram coletados 1.440 blocos de solo. A RT e o conteúdo de COT foram mensurados em 1.920 agregados para cada época de amostragem. A RT reduziu à medida que o conteúdo de COT aumentou e com maior impacto no LV classe textural franco-argilosa, ou seja, o conteúdo de argila influenciou o comportamento da RT, que respondeu inversamente proporcional ao conteúdo de argila. O impacto do conteúdo de COT na RT foi mais importante na camada superficial do solo de 0-5 cm do que na de 5-20 cm.

  2. Adubação nitrogenada em genótipos de soja associada à inoculação em semeadura direta no cerrado

    OpenAIRE

    Parente, Tiago de Lisboa [UNESP

    2014-01-01

    A inoculação de sementes na cultura da soja, com bactérias do gênero Bradyrhizobium, que fixam o nitrogênio atmosférico, é amplamente utilizada pelos produtores agrícolas por conta de fornecer o aporte necessário deste nutriente à planta, dispensando assim a adubação mineral nitrogenada. No entanto, ainda há questionamentos sobre sua eficiência em suprir a demanda do nutriente para as cultivares atuais, cada vez mais produtivos, e consequentemente, mais exigentes nutricionalmente. Isso leva a...

  3. Avaliação visual da qualidade da estrutura do solo em sistemas de uso das terras

    OpenAIRE

    Joelcio Eurich; Pedro Henrique Weirich Neto; Carlos Hugo Rocha; Zíngara Rocio dos Santos Eurich

    2014-01-01

    Sistemas sustentáveis de produção agropecuária demandam solos com boa estrutura, por isso, são necessários métodos eficientes para avaliação dessa estrutura. Objetivou-se, com este estudo, aplicar a metodologia de avaliação visual da estrutura do solo, em áreas previamente cobertas por Floresta com Araucária, em longo período de uso após o desmatamento. Selecionaram-se áreas sob três tipos de usos: floresta nativa, pastagem e cultivo agrícola, considerados como tratamento, sendo realizadas de...

  4. Crescimento inicial de arbóreas nativas em solo salino-sódico do nordeste brasileiro tratado com corretivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Vanies da Silva Sá

    2013-06-01

    Full Text Available O excesso de sais e de sódio no solo é um dos fatores que mais contribuem para a degradação química dos solos de perímetros irrigados, em regiões áridas e semiáridas. Por essa razão, objetivou-se, com este trabalho, avaliar o efeito de corretivos, na recuperação de um solo degradado por excesso de sais e sódio, e o crescimento inicial de cinco arbóreas nativas do bioma Caatinga, em solo salino-sódico. Dois experimentos foram conduzidos, em casa de vegetação, no CCTA/UFCG, utilizando-se amostras de um solo salino-sódico. O primeiro experimento constou de cinco tratamentos de correção do solo: sem corretivo, gesso agrícola na dose de 100% da necessidade de gesso (NG, gesso agrícola na dose de 50% NG mais matéria orgânica (MO, enxofre elementar (S na dose de 100% NG e S na dose de 50% NG + MO, com 15 repetições. No segundo experimento, os tratamentos foram constituídos por um esquema fatorial 5 x 5, sendo cinco espécies arbóreas: tamboril (Enterolobium contortisiliquum, sabiá (Mimosa caelsalpiniifolia, jurema-preta (Mimosa tenuiflora, craibeira (Tabebuia aurea e pereiro (Aspidosperma pyrifolium e cinco tratamentos referentes à correção do solo do primeiro experimento, com três repetições. A aplicação de gesso agrícola ou S com ou sem MO melhorou quimicamente o solo salino-sódico estudado, especialmente diminuindo a PST. Estes tratamentos proporcionaram incrementos no crescimento e acúmulo de massa de matéria seca das espécies arbóreas, principalmente jurema-preta, sabiá e tamboril, e diminuíram o estresse provocado pelo solo salino-sódico sobre as plantas, aumentando a taxa fotossintética.

  5. MÉTODOS DE INDEXAÇÃO DE INDICADORES NA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO SOLO EM RELAÇÃO À EROSÃO HÍDRICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Moreira Cândido

    2015-04-01

    Full Text Available A avaliação da qualidade dos solos agrícolas é importante para definição e adoção de práticas de manejo que garantam a sustentabilidade socioeconômica e ambiental. Os métodos de indexação dos indicadores de qualidade denominados Índice de Qualidade Integrado (IQI e Índice de Qualidade Nemoro (IQN foram utilizados neste estudo para avaliar a qualidade de solo em áreas experimentais de plantio de eucalipto. A seleção dos indicadores foi feita a partir de nove indicadores de qualidade do solo: diâmetro médio geométrico, permeabilidade à água, matéria orgânica, macro e microporosidade, volume total de poros, densidade do solo, resistência à penetração e índice de floculação, que estão relacionados à erosão hídrica. Os tratamentos constituíram de eucalipto plantado em nível, com e sem a manutenção dos resíduos, em desnível e solo descoberto, em dois biomas distintos, cujas vegetações nativas são Cerrado e Floresta. Os índices de qualidade do solo (IQS apresentaram alta correlação com a erosão hídrica. Entre os sistemas manejados, o Eucalipto com manutenção do resíduo evidenciou valores mais elevados em ambos os índices, ressaltando-se a importância da cobertura vegetal e manutenção da matéria orgânica para conservação do solo e da água em sistemas florestais. Os IQS demonstraram alto coeficiente de correlação inversa com as perdas de solo e água. Em locais com as maiores taxas de erosão hídrica manifestaram também os menores valores de IQI e IQN. Assim, os índices testados permitiram avaliar com eficácia os efeitos dos manejos adotados sobre a qualidade do solo em relação à erosão hídrica.

  6. COMPACTAÇÃO DE SOLOS EM LABORATÓRIO: EFEITO DO DIÂMETRO E DO NÚMERO DE CAMADAS DO CORPO DE PROVA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavio Alessandro Crispim

    2015-06-01

    Full Text Available RESUMONeste trabalho, estudou-se a influência do diâmetro e do número de camadas do corpo de prova nas curvas de compactação de laboratório e na resistência mecânica de dois solos residuais de gnaisse da Zona da Mata Norte de Minas Gerais, respectivamente, de texturas argilo-areno-siltosa (Solo 1 e areno-silto-argilosa (Solo 2, com vistas à construção de estradas florestais. Além dos resultados dos ensaios de compactação, determinou-se a resistência à compressão não confinada dos solos empregando corpos de prova compactados na umidade ótima (wot e nos teores de umidade 3% abaixo e 2% acima, considerando como referência a energia de compactação do ensaio Proctor normal e empregando corpos de prova compactados em uma, duas e três camadas, bem como nos diâmetros de 35 mm, 73 mm e 100 mm, com nove repetições. Para fins práticos de engenharia e com base em análise estatística aplicada aos parâmetros massa específica aparente seca e resistência à compressão não confinada, pode-se concluir que: (i há diferenças significativas entre as compactações realizadas em uma e em três camadas, não ocorrendo o mesmo nas compactações realizadas em duas e em três camadas, para ambos os solos; e (ii há diferenças significativas entre a compactação de corpos de prova de diâmetro 100 mm e os demais de 73 mm e 35 mm, para o solo 1 (argiloso, bem como há também diferenças apenas no ramo seco da curva de compactação, para o solo 2 (arenoso.

  7. Comportamento de espécies herbáceas em misturas de solo com diferentes graus de contaminação com metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carneiro Marco Aurélio Carbone

    2002-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar, em casa de vegetação, o comportamento de espécies herbáceas em relação ao excesso de Cd e Zn no solo. O gradiente de contaminação foi estabelecido a partir de mistura de solo contaminado com solo sem contaminação em diferentes proporções. As sementes foram semeadas em tubetes contendo 250 mL de solo, e após 90 dias as plantas foram colhidas e avaliadas. A maioria das espécies apresentou redução no crescimento com aumento da contaminação do solo e elevadas concentrações de Cd e Zn na matéria seca da parte aérea (MSPA, na mistura com 15% de solo contaminado. A espécie Pffafia sp. mostrou-se tolerante à contaminação, crescendo em misturas de solo contendo até 90 mg kg-1 de Cd e 1.450 mg kg-1 de zinco. Além disso, apresentou concentração superior a 100 mg kg-1 de Cd na MSPA, sendo considerada hiperacumuladora desse metal. Sida glaziovii, Bidens pilosa, Rhynchelytrum repens, Cenchrus echinatus e Nicandra physaloides, por sua vez, foram severamente afetadas pela contaminação, ao contrário de Trifolium repens, Euchlaena mexicana, Cynodon dactylon, Avena strigosa, Cenchrus ciliares e Cyperus sp. que apresentaram crescimento satisfatório. As espécies avaliadas mostram-se promissoras para estudos adicionais sobre a reabilitação de áreas contaminadas com metais pesados.

  8. Relações da erosão em entressulcos com o tipo e com a quantidade de resíduo vegetal na superfície do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. A. Braida

    1999-09-01

    Full Text Available Os resíduos vegetais na superfície do solo são muito efetivos em dissipar a energia de impacto das gotas de chuva, além de constituírem barreira física ao livre escoamento superficial da água. A presença desses resíduos em contato direto com a superfície do solo pode influenciar, decisivamente, a erosão em entressulcos. Este estudo objetivou avaliar as relações da erosão em entressulcos com a quantidade de resíduo vegetal em cobertura e verificar as diferenças nessas relações para palha de milho e palha de trigo. Um experimento de campo foi instalado no Centro de Pesquisa de Florestas e Conservação do Solo da FEPAGRO, em Santa Maria, RS, em Podzólico Vermelho-Escuro franco-arenoso. As parcelas experimentais mediam 0,50 x 0,75 m, com a maior dimensão no sentido do declive do terreno, que era de 0,17 m m-1, arranjadas em quatro blocos completos ao acaso. Palhas de milho e de trigo, picadas em fragmentos de 7,5 cm, foram distribuídas, nas parcelas, sobre solo recentemente preparado, em quantidades de 0,00, 0,05, 0,10, 0,20, 0,40 e 0,80 kg m-2. Em seguida, foi aplicada uma chuva simulada de intensidade média de 67 mm h-1 e duração de 90 min. As taxas de perdas de solo e água por erosão em entressulcos variaram ao longo da chuva, dependendo da quantidade de resíduo vegetal existente na superfície do solo, porém não foram observadas variações significativas em relação ao tipo de palha. A relação da erosão em entressulcos com a fração do solo coberto (dada em função da quantidade de palha pode ser expressa por meio de uma equação exponencial. Por ser um modelo simples, com medidas de fácil obtenção, sugere-se esse modelo para estimar o subfator cobertura do solo em entressulcos por resíduos em contato direto com a superfície.

  9. Balanço energético da produção de grãos, carne e biocombustíveis em sistemas especializados e mistos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jerusa Maia e Sá

    2013-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência energética de sistemas especializados e mistos de produção de grãos e carne e o balanço energético na produção de bioenergia. Foram avaliados dados de 20 anos de cultivo com sistemas agrícolas especializados e mistos. Como sistemas agrícolas especializados, avaliaram-se: a pastagem de gramínea; a pastagem de gramínea consorciada com leguminosa; e a produção de grãos em sistema plantio direto ou em sistema convencional de preparo do solo. Como sistema misto, considerou-se a integração lavoura-pecuária em dois sistemas de manejo. Os insumos utilizados foram considerados como o ingresso energético, enquanto a produção de grãos e carne, as saídas de energia. Os produtos agrícolas nos sistemas mistos apresentaram balanço energético e produção absoluta de energia renovável compatíveis com aqueles produzidos em sistemas especializados. O balanço energético do biocombustível de soja apresentou valores positivos tanto em sistemas mistos como especializados, independentemente do sistema de preparo do solo. Entre os biocombustíveis de soja e milho analisados, o maior balanço energético foi observado no bioetanol produzido com milho. Os biocombustíveis produzidos em todos os sistemas apresentam balanço energético positivo e podem ser considerados energeticamente sustentáveis.

  10. Mudanças no Regime de ICMS: Uma Estimativa da Perda Fiscal Decorrente da Desoneração das Exportações do Soja em Grão: Mato Grosso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benedito Dias Pereira

    2011-05-01

    Full Text Available Com dados relativos ao período compreendido entre 1989 e 1998, tendo o Estado de Mato Grosso como ambiente de estudo, se estima uma função oferta de exportação de soja em grão. Através dessa equação avalia-se a importância relativa da influência do preço internacional de soja e da Lei Kandir sobre a quantidade exportada dessa commodity, além de se estimar a perda de receita fiscal do Governo do Estado de Mato Grosso decorrente da desoneração das exportações de soja instituída pela Lei Complementar n°. 87/96. Os resultados mostram que as duas variáveis independentes desempenharam efeitos estatisticamente significantes e a estimativa da perda de receita fiscal do Governo Estadual decorrente da Lei Kandir, no triênio 1996-98, gira em tomo de RS30 milhões.

  11. Leguminosas isoladas e consorciadas com milheto em diferentes sistemas de manejo do solo no feijão orgânico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marisol Rivero Herrada

    2017-10-01

    Full Text Available Vários estudos têm demonstrado as vantagens da utilização de plantas de cobertura em manter ou melhorar a qualidade do solo e produtividade da cultura. No entanto, os efeitos dessa gestão em feijão comum orgânico em condições de savana, ainda são desconhecidos. Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito de leguminosas, mucuna (Mucuna pruriens (L. DC, feijão guandu (Cajanus cajan L. HUTH, feijão de porco (Canavalia ensiformis, crotalária (Crotalária juncea em monocultura e em consórcio com milheto (Pennisetum glaucum L. R. Br. de 1810, na produção de grãos no feijoeiro comum em sistema orgânico de produção sob o sistema do manejo do solo convencional e plantio direto. O experimento foi realizado com a cultivar BRS Pontal, em um delineamento em blocos casualizados. Aos 90 dias após a germinação das plantas de feijão foram avaliadas, o número de vagens por planta (NVP, número de grãos por vagem (NGV, número de grãos por planta (NGP , peso de 100 grãos (M100G e produção de grãos. Os resultados mostraram que o número de vagens, número de grãos e produtividade do feijoeiro no sistema orgânico, foram influenciados pelas culturas de cobertura do solo e sistemas manejo do solo, com destaque para mucuna associados com milheto e sistema de plantio direto, que proporcionou o melhor desempenho destes parâmetros. A maior produção de grãos foi observado com a mucuna associados com milho em sistema de plantio direto. A produtividade média de grãos orgânicos foi de 3.8 Mg ha-1. A análise de agrupamento mostrou um efeito marcante de sistemas de manejo do solo sobre os componentes de produção do feijoeiro.

  12. Lixiviação de íons inorgânicos em solos repetidamente tratados com biossólido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. R. M. Anjos

    2000-12-01

    Full Text Available A lixiviação de nitratos e dos metais K, Ca, Mg, Cd, Cu, Cr, Ni, Pb e Zn, em solos repetidamente tratados com biossólido, foi avaliada num experimento em vasos, segundo um delineamento em blocos ao acaso, com quatro tratamentos e quatro repetições, subdividindo as parcelas em aplicações. A adição de biossólidos foi feita aos vasos com capacidade para 0,5 m³ de terra, que continham Latossolo Amarelo distrófico (LAd e Latossolo Vermelho distrófico (LVd, a cada dois meses, num total de 388 Mg ha-1. Após a aplicação do resíduo, foi feita sua incorporação na camada de 0-0,20 m do solo contido nos vasos. As aplicações de biossólidos foram sempre precedidas de amostragem de solo. Toda a água drenada através dos vasos, oriunda da precipitação atmosférica, num período de 12 meses, foi quantificada e amostrada para determinação do teor dos metais presentes, enquanto o teor de NO3- foi determinado apenas nas amostras coletadas após a primeira e a última aplicação do biossólido. As repetidas aplicações de biossólidos, em doses médias de 78 Mg ha-1, proporcionaram aumento da condutividade elétrica dos solos e das quantidades lixiviadas, pela ordem, de K > Mg > Ca. A quantidade de N-NO3- lixiviada atingiu valores de até 96 mg L-1, o que indica que a quantidade de biossólido a ser aplicada no solo agrícola depende do teor de N contido no resíduo. Não foi observada lixiviação de metais pesados, o que demonstra o poder de acumulação desses metais nos Latossolos utilizados.

  13. Espectro de gotas de pulverização e controle da ferrugem-asiática-da-soja em cultivares com diferentes arquiteturas de planta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Paula Debortoli

    2012-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar o espectro de gotas de pulverização ideal para o controle da ferrugem-asiática-da-soja (Phakopsora pachyrhizi, em cultivares com diferentes arquiteturas de planta. O experimento foi conduzido na safra de 2009/2010. A aplicação de fungicida (piraclostrobina + epoxiconazol, com óleo mineral foi avaliada com quatro espectros de gotas de pulverização - muito fino, <119 μm; fino, 119 a 216 μm; médio, 217 a 352 μm; e grosso, 353 a 464 μm -, em quatro cultivares de soja (BMX Apollo RR, NA 7636 RR, Fcep 53 RR e TMG 4001 RR contrastantes quanto a índice de área foliar, estatura de plantas e número de ramos por planta. Foram quantificadas as variáveis: número de gotas por cm², diâmetro mediano volumétrico das gotas, área abaixo da curva de progresso da ferrugem-asiática e produtividade da soja. A definição do espectro de gotas a ser utilizado deve considerar a cultivar e as condições ambientais em que a pulverização será realizada. A magnitude da proteção exercida pelo fungicida varia de acordo com a cobertura de plantas e a penetração de gotas no dossel, proporcionada pelos diferentes espectros de gota. O espectro de gotas fino proporciona boa deposição de gotas, controle da doença e produtividade, independentemente da cultivar avaliada.

  14. Atributos físicos do solo relacionados ao armazenamento de água em um Argissolo Vermelho sob diferentes sistemas de preparo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Mellissa Ananias Soler da

    2005-01-01

    Full Text Available Os sistemas de preparo afetam a estrutura do solo e podem influenciar o armazenamento de água disponível para as plantas. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de longo prazo (17 anos dos sistemas de preparo convencional (PC, preparo reduzido (PR e semeadura direta (SD sobre os atributos físicos relacionados ao armazenamento e disponibilidade de água de um Argissolo Vermelho com textura média, em Eldorado do Sul, RS. Amostras de solo (0-2,5, 2,5-7,5, 7,5-12,5, 12,5-17,5cm foram coletadas numa seqüência ervilhaca/milho. Adicionalmente, amostrou-se uma área sob campo nativo (CN, adjacente à área experimental, como referência à condição natural do solo. O solo em SD apresentou maiores teores de carbono orgânico (CO na camada superficial e maiores valores de resistência ao penetrômetro em profundidade, em relação ao solo em preparo convencional. Os sistemas de preparo não se diferenciaram quanto ao seu efeito na macro e microporosidade do solo, contudo o revolvimento no PC aumentou a condutividade hidráulica saturada em profundidade. Não se verificou nenhuma restrição física ao desenvolvimento radicular sob os diferentes sistemas de preparo, o que foi comprovado pelos valores de densidade (1,35 a 1,65 Mg m-3, macroporosidade (0,09 a 0,20 m³ m-3 e resistência ao penetrômetro (0,25 a 0,75 MPa. Do ponto de vista hídrico, as curvas de retenção e o volume de água disponível (AD = 10 kPa (capacidade de campo - 1.500 kPa (ponto de murcha permanente, não foram influenciados pelos sistemas de preparo, sendo o baixo volume de água disponível (0,05 a 0,09 m³ m-3 relacionado à textura desse solo. Nesse caso, o aumento da taxa de infiltração e a diminuição da evaporação da água decorrente da manutenção dos resíduos vegetais sobre o solo nos sistemas de preparo reduzido e semeadura direta, podem contribuir para uma maior disponibilidade hídrica na fase inicial do estabelecimento das culturas nesses sistemas

  15. FAUNA DO SOLO EM ÁREAS COM Eucalyptus spp. E Pinus elliottii, SANTA MARIA, RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Izabel Jacques Soares

    2000-10-01

    Full Text Available Este trabalho, com início na primavera de 1996 e término no inverno de 1997, teve como objetivo realizar o levantamento populacional da fauna do solo em áreas com Eucalyptus spp. e Pinus elliottii, situadas no Campus da Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. Para a coleta do solo, utilizou-se um extrator, formando-se amostras em dez pontos, nas profundidades de 0-5, 5-10, 10-15 e de 15-20 cm, em cada estação do ano. Por meio deste estudo, pôde-se identificar alguns representantes dos Phylum Annelida e Arthropoda que participam do contexto fauna-solo-vegetação. O total de indivíduos, seu respectivo percentual e número de indivíduos por metro quadrado foram obtidos. Observou-se o predomínio do Phylum Arthropoda e, mais especificamente, da classe Insecta na área com Eucalyptus spp. e do Phylum Annelida na área com Pinus elliottii. A variável profundidade originou modelos matemáticos que explicam a distribuição populacional dentre as áreas estudadas. A variável estação do ano não apresentou uma diferença significativa. Não foi possível, portanto, estabelecer um modelo de distribuição populacional.

  16. Fertilização com boro e zinco no solo em complementação à aplicação via foliar em laranjeira Pêra

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Quaggio José Antônio

    2003-01-01

    Full Text Available As deficiências de boro (B e zinco (Zn são as mais freqüentes na citricultura brasileira e há escassez de conhecimento sobre critérios de diagnóstico e manejo desses nutrientes nessa cultura. A aplicação foliar tem sido a forma tradicional de fornecimento desses nutrientes, a despeito da baixa redistribuição na planta cítrica. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência da aplicação complementar de B e Zn no solo em comparação com a aplicação via foliar e estabelecer curvas de calibração de análises de solo e de folhas com a produtividade da laranjeira Pêra. Os tratamentos foram arranjados em delineamento fatorial 4², com três repetições. Foram aplicadas no solo as doses anuais de 0, 2, 4 e 6 kg ha-1 de B (ácido bórico e Zn (sulfato de zinco, em complemento à adubação foliar. A produção de frutos aumentou significativamente com a aplicação de B no solo até a dose de 4 kg ha-1, enquanto a aplicação de Zn no solo mostrou-se pouco eficiente. As doses de B afetaram a qualidade dos frutos. A produtividade máxima foi obtida com teor de B no solo de 1,0 mg dm-3, e na folha de cerca de 300 mg kg-1. A aplicação foliar de B, apesar de evitar os sintomas típicos de deficiência, não otimizou a produtividade e a qualidade dos frutos, enquanto a aplicação foliar de Zn mostrou-se eficiente. Curvas de calibração de análises de solo e de folhas mostraram a necessidade de rever as classes de interpretação desses micronutrientes na citricultura.

  17. Efeitos do glifosato sobre microrganismos simbiotróficos de soja, em meio de cultura e casa de vegetação Effects of glyphosate on soybean symbiotic microorganisms, in culture media and in greenhouse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliano dos Santos Malty

    2006-02-01

    Full Text Available Os efeitos do herbicida Roundup, formulado à base de glifosato, foram avaliados sobre três estirpes de Bradyrhizobium elkanii (BR 29, INPA 80A e INPA 553A, e uma de B. japonicum (BR 86, e sobre três espécies de fungos micorrízicos arbusculares (FMA (Gigaspora margarita, Glomus etunicatum e Scutellospora heterogama, em meios de cultivo com concentrações crescentes do herbicida (0 a 454 µmol L-1; foram também avaliados os efeitos sobre a nodulação e micorrização da soja, em casa de vegetação, em solo que recebeu, antes da semeadura, doses do herbicida equivalentes a 1,25 até 10 L ha-1. O Roundup mostrou-se inibitório ao crescimento de Bradyrhizobium spp. e aos fungos em meio de cultura, e esse efeito foi crescente com o aumento das concentrações aplicadas, tendo variado em razão das espécies ou estirpes avaliadas. No entanto, a inibição in vitro só ocorreu em concentrações muito superiores à dose recomendada para aplicações no campo. As estirpes BR 29, INPA 553A e INPA 80A mostraram-se mais tolerantes ao glifosato, em relação à estirpe BR 86. O efeito do herbicida sobre a germinação e o crescimento dos tubos germinativos dos esporos dos FMA foi diferenciado, tendo sido observada inibição decrescente de G. etunicatum para S. heterogama e G. margarita. A aplicação do herbicida ao solo, antes da semeadura, até a dose equivalente a 10 L ha-1 não influenciou na nodulação e na colonização micorrízica da soja.The effects of the Roundup herbicide on three strains of Bradyrhizobium elkanii (BR 29, INPA 80A and INPA 553A, one of B. japonicum (BR 86, and on three species of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF (Gigaspora margarita,Glomus etunicatum and Scutellospora heterogama, were evaluated in culture media containing increasing concentrations of the herbicide (0_454 µM; evaluations were also made on the effects on nodulation and mycorrhiza colonization of soybean grown in a soil treated with Roundup doses

  18. A salinização do solo em Portugal: Causas, extensão e soluções

    OpenAIRE

    Gonçalves, M. C.; Martins, J. C.; Ramos, T. B.

    2015-01-01

    A salinização é um dos principais processosde degradação do solo a nível mundial. Em Portugal, este problema está limitado às zonas costeiras afectadas pelas marés (sapais) e a algumas áreas regadas no sul do País. Contudo, o aumento da área regada e as perspectivas de mudanças climáticas para as próximas décadas, nomeadamente o aumento das temperaturas, podem levar a um acréscimo da área afectada por aquele problema em Portugal e a uma crescente degradação dos solos. Descrevem-se as principa...

  19. Alternative procedure for the cold test for soybean seeds Procedimento alternativo para o teste de frio em semente de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Guilherme Torres Licursi Vieira

    2010-10-01

    . Uma maneira de conseguir isso é pela melhoria dos testes de vigor. O teste de frio tem sido empregado em sementes de milho, no entanto, tem sido usado também para sementes de algodão (Gossypium spp., soja (Glycine Max, feijão ((Phaseolus vulgaris e ervilha (Pisum sativum. Este estudo foi conduzido com objetivo de ajustar o procedimento do teste para determinar o vigor de semente de soja. Foram utilizados seis lotes comerciais de semente de soja, cultivar BRS 133. O potencial fisiológico dos lotes foi avaliado usando-se os testes de germinação em rolo de papel toalha, tipo germitest, e em caixa com areia, de emergência de plântulas em campo, de tetrazólio, de envelhecimento acelerado e de condutividade elétrica. Determinou-se também o teor de água das sementes. Para composição dos procedimentos do teste de frio foi utilizada temperatura de 10ºC, tempo de permanência no frio por cinco dias, e quatro procedimentos: caixa com terra, rolo de papel com terra, rolo de papel sem terra e metodologia alternativa, rolo de papel sem terra sob água refrigerada. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado com oito repetições e as médias foram comparadas pelo teste de Tukey (p = 0,05. Para verificar a dependência entre o método alternativo e os demais usou-se o coeficiente de correlação linear simples. Os procedimentos para condução do teste de frio apresentaram coeficientes de variação muito próximos (CV com destaque para a metodologia do rolo de papel com terra e procedimento alternativo, em média, com 94% e 93% de plântulas normais e CV de 3,2% e 3,6% respectivamente. O procedimento alternativo teve resultado satisfatório para estimar vigor da semente de soja, produzindo resultados consistentes em comparação ao procedimento tradicional.

  20. Persistência de inseticidas e parâmetros microbiológicos em solo sob sistemas de manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irzo Isaac Rosa Portilho

    2015-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a degradação dos inseticidas bifentrina, permetrina e tiametoxam em um solo sob sistemas de integração lavoura-pecuária (SILP, plantio direto (SPD e convencional (SC, e sua relação com atributos microbiológicos (carbono da biomassa microbiana, respiração basal e atividade das enzimas -glucosidase e fosfatase ácida. O experimento foi realizado utilizando solos incubados (0-10cm com umidade a 75% da capacidade de campo e 28ºC por 51 dias. Além de aumentos de matéria orgânica, biomassa e atividade microbiana, o sistema SILP também favoreceu a degradação mais rápida dos três inseticidas no solo, em comparação aos outros sistemas avaliados. Dentre os inseticidas avaliados, o tiametoxam apresentou degradação lenta no solo, com valores de meia-vida (TD50 entre 46 e 89 dias. Os valores de TD50 para bifentrina ficaram entre 14 e 44 dias e para permetrina entre 9 e 47 dias, considerando todos os sistemas avaliados.

  1. Caracterização e classificação de solos graníticos em topossequência na região Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Suélen Corrêa de Medeiros

    2013-07-01

    Full Text Available Na região sul do Brasil, foi verificada a ocorrência de forte gradiente textural em solos localizados em áreas de morros graníticos. O presente estudo teve como objetivo avaliar os processos pedogenéticos envolvidos na formação de solos em topossequência de granito em Porto Alegre (RS. Foram descritos e amostrados morfológica, química, física e mineralogicamente quatro perfis de solos localizados em diferentes segmentos da paisagem. Os perfis de solos do topo, encosta superior e sopé da topossequência apresentaram gradiente textural expressivo, e a relação argila fina:argila total aumentou nos horizontes subsuperficias (Bt, indicando transporte da fração mais fina. O índice de uniformidade inferior a 0,6 sugeriu que os solos não apresentaram indícios de descontinuidade litológica. O índice Ki, a relação Fe2O3d/Fe2O3s e a presença de feldspato e minerais 2:1 e 2:1:1, constatadas pela difração de raios-x indicaram grau de intemperismo intermediário. A difração por raios x também mostrou aumento do argilomineral caulinita em profundidade. Na encosta inferior, o perfil de solo não apresentou horizonte B pedogenético. Os resultados são indicativos da ocorrência da lessivagem como o principal processo pedogenético atuante, apesar das características indicativas de estádio de intemperismo pouco avançado.

  2. Percepção ambiental dos produtores e qualidade do solo em propriedades orgânicas e convencionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Araci Kamiyama

    2011-01-01

    Full Text Available O sistema orgânico de produção deve resultar na utilização mais racional dos recursos naturais, sobretudo do solo. Os produtores orgânicos devem adotar práticas conservacionistas, além de atender a outros princípios deste sistema de produção. Neste trabalho foram avaliadas as práticas de manejo e conservação do solo adotadas por produtores orgânicos e convencionais nas regiões dos municípios de Socorro (Serra da Mantiqueira e Mogiana e Ibiúna, situados no Estado de São Paulo. O objetivo dessa pesquisa foi verificar o grau de adoção de práticas conservacionistas pelos produtores e avaliar a qualidade do solo na agricultura orgânica e convencional. Foi elaborado e aplicado um questionário, com visitas locais para verificação das práticas conservacionistas e ocorrência de erosão, em 30 propriedades. Os resultados foram expressos em índices indicadores de diversidade de uso do solo, atitude conservacionista, percepção de erosão e do impacto sobre os recursos hídricos. Foram também realizadas análises de atributos químicos, físicos e biológicos indicadores da qualidade do solo. Concluiu-se que os produtores orgânicos têm maior percepção quanto à atitude conservacionista e nas propriedades orgânicas há maior diversidade de cultivos, embora não haja maior diversidade geral de uso do solo. A produção orgânica de alface, em Ibiúna proporcionou maior atividade biológica no solo e maior colonização por fungos micorrízicos arbusculares. O sistema orgânico possui maiores teores de matéria orgânica e menores de potássio e não houve diferença entre os atributos físicos do solo dos sistemas orgânico e convencional.

  3. Fauna do Solo como Indicadora em Fragmentos Florestais na Encosta de Morrotes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Nogueira Scoriza

    Full Text Available RESUMO A diferença sucessional entre os fragmentos florestais reflete-se na comunidade da fauna do solo, mostrando-se um bioindicador eficiente. A não diferenciação entre terços indica que a degradação antrópica ocorre de forma homogênea em toda a extensão da encosta florestal.

  4. Carbono total e δ13C em agregados do solo sob vegetação nativa e pastagem no bioma cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ciniro Costa Junior

    2011-08-01

    Full Text Available Diferentes sistemas de uso e manejo alteram o teor de carbono no solo (C, porém diminuições no C do solo têm sido reportadas quando áreas de Cerrado nativo são convertidas em pastagem. Disso resulta a necessidade da realização de pesquisas em diferentes sistemas e condições edafoclimáticas, a fim de elucidar as tendências encontradas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a agregação, os teores de C e a abundância natural de δ13C do solo em uma área cultivada há nove anos sob lavoura seguida de 20 anos sob pastagem, a qual atualmente apresenta sinais de degradação (PA, comparando-a a uma vegetação nativa no bioma Cerrado (CE que ocorre em área adjacente. As áreas de estudo estão localizadas no município de Rio Verde (GO, em solo classificado como Latossolo Vermelho distrófico, de textura argilosa. Em amostras de solo coletadas nas camadas de 0-5, 5-10 e 10-20 cm de profundidade, foram determinados a distribuição de agregados estáveis em água (micro, meso e macroagregados, o diâmetro médio aritmético (DMA e geométrico (DMG, os teores de C total e de δ13C, o tempo de residência média do C (TRM e a fração da matéria orgânica leve livre (FLL. Os resultados indicaram que o uso sob lavoura seguido de pastagem reduziu em 21 % o estoque de C original, possivelmente devido ao menor aporte de material na FLL. O solo apresentou elevada agregação e não houve diferenças significativas entre as áreas avaliadas. No entanto, os teores de C nos macroagregados foram menores na PA em relação ao CE, enquanto nos microagregados não houve diferença entre os sistemas de uso, sugerindo, respectivamente, maior e menor sensibilidade ao manejo e menor e maior proteção do C por essas classes de agregados. Os valores de TRM e as análises isotópicas reforçaram esses resultados, mostrando, ainda, substituição de 83 % do C original durante os 29 anos de cultivo. O constante aporte de resíduos vegetais, assim como a

  5. Uso de biossólidos em povoamento de eucalipto: efeito em atributos químicos do solo, no crescimento e na absorção de nutrientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. M. S. Vaz

    2002-09-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o efeito da aplicação de doses crescentes de biossólido (0, 5, 10, 15, 20 e 40 t ha-1, base seca em atributos químicos do solo, crescimento e absorção de macro e micronutrientes em um povoamento de Eucalyptus grandis, foi instalado um experimento na Estação Experimental de Itatinga da ESALQ/USP, Itatinga (SP. Alguns tratamentos tiveram suplementação de K e P e, como referência, em um dos tratamentos foi aplicada adubação mineral como praticado em empresas florestadoras com alta tecnologia na região.O solo da área foi caracterizado como Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico textura média. Seis meses após a aplicação do biossólido, não foram constatadas alterações do pH e dos teores de P, Mg, Zn, Cu e B no solo. Foi observada elevação dos teores de K, Ca e S no solo, bem como redução das concentrações de Al, Fe e Mn, dependendo da dose de biossólido aplicada. Diferentemente, 13 meses após a aplicação do biossólido, percebeu-se a elevação do pH e dos teores de P, Ca, K e S somente na camada de 0-5 cm. Nas duas épocas de amostragem do solo, a elevação das doses de biossólido ocasionou redução dos teores de MO somente na camada de 0-5 cm. Em compasso com a mineralização da MO no solo, os teores de N e S no tecido foliar elevaram-se com o aumento das doses de biossólido em ambas as épocas de amostragem. A disponibilidade de P assimilável (P-resina elevou-se, consideravelmente, com o tempo de contato do biossólido com o solo, resultando em maior absorção de P e crescimento das plantas. A aplicação de fertilizante fosfatado no sulco ou cova de plantio, conjuntamente com o biossólido, mostrou-se necessária para elevar o crescimento inicial das plantas, assegurando atendimento das elevadas demandas iniciais deste nutriente. A suplementação de K em plantações jovens de eucalipto poderá não ser necessária para doses de biossólido maiores que 10 t ha-1, quando as

  6. Manejo do nitrogênio no milho em sucessão a plantas de cobertura de solo, sob plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. J. Basso

    2000-12-01

    Full Text Available Estabelecida a hipótese de que a antecipação da adubação nitrogenada promove acréscimo no rendimento de grãos de milho pela maior disponibilidade de N nos estádios iniciais de desenvolvimento, foi realizado um trabalho com o objetivo de avaliar diferentes manejos de N para o milho cultivado em sucessão a plantas de cobertura de solo. O experimento foi desenvolvido em área do Departamento de Solos da Universidade Federal de Santa Maria (RS, nos anos agrícolas de 1996/97, 1997/98 e 1998/99, em Argissolo Vermelho distrófico arênico (Hapludalf. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com parcelas subdivididas e três repetições. Nas parcelas principais (25 x 5 m, foram cultivadas três espécies para cobertura de solo no inverno: aveia preta (Avena strigosa Schieb, aveia preta + ervilhaca (Vicia sativa L. e nabo forrageiro (Raphanus sativus. Nas subparcelas (5 x 5 m, aplicou-se N para o milho da seguinte maneira: (a 00-00-00, (b 00-30-90, (c 30-30-60, (d 60-30-30 e (e 90-30-00, cuja seqüência para cada tratamento corresponde à quantidade de N em kg ha-1 aplicado em pré-semeadura-semeadura-cobertura do milho. A aplicação de N em pré-semeadura foi realizada após o manejo das plantas de cobertura de solo no inverno, enquanto em cobertura o N foi aplicado quando as plantas de milho estavam com quatro a seis folhas desenroladas. Utilizou-se uréia como fonte de N. Segundo os resultados, o milho cultivado em sucessão ao consórcio com aveia preta + ervilhaca mostrou melhor desempenho do que quando cultivado sobre resíduos de aveia preta e nabo forrageiro. A aplicação de N em pré-semeadura do milho é uma atitude de risco, sendo mais segura a aplicação de N na semeadura e em cobertura.

  7. Formigas como bioindicadores da qualidade do solo em sistema integrado lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Aparecido Crepaldi

    2014-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a comunidade de formigas em sistemas envolvendo a rotação entre lavoura e pecuária, sob plantio direto, comparado a outros sistemas de manejo e com sistemas naturais da região. O estudo foi conduzido no Município de Dourados, MS, sob Argissolo Vermelho distroférrico típico, num sistema integrado lavoura-pecuária, em plantio direto, rotacionado a cada dois anos. Outros sistemas de manejo avaliados, para comparação, incluíram o sistema convencional (aração e gradagem, sistema plantio direto e pastagem cultivada continuamente com Brachiaria decumbens, além de dois fragmentos de vegetação nativa, nos biomas Cerrado e Floresta Semidecídua. A coleta de solo foi realizada no período chuvoso (safra 2009/2010, sendo as amostragens de serapilheira realizadas com a utilização de extratores do tipo mini-Winkler, seguindo o protocolo ALL (Ants of the Leaf Litter. Os resultados indicaram morfoespécies de Strumygenys sp. e Hypoponera sp. como potencial bioindicadores de qualidade do solo. O estudo demonstrou que a importância da manutenção de fragmentos florestais (Cerrado e Floresta Semidecídua e implementação de sistemas integrados, tais como lavoura-pecuária, são menos impactantes para a mesofauna de solo e contribuem para a conservação da diversidade de formigas e manutenção da qualidade do solo.

  8. Substituição do feno de coastcross por casca de soja na alimentação de cabras em lactação Replacement of coastcross hay by soybean hulls in diets for lactating goats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Shinkai Gentil

    2011-12-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho verificar a resposta de cabras em lactação alimentadas com dietas contendo casca de soja em substituição ao feno de coastcross. Trinta e seis cabras (38±5 dias em lactação; 2,1±0,4 kg/dia foram distribuídas em delineamento experimental de blocos completos casualizados e confinadas por oito semanas. As dietas foram compostas de 50% de volumoso e 50% de concentrado e com o mesmo teor de fibra em detergente neutro. A casca de soja substituiu o feno de coastcross em 0, 33, 67 ou 100% da matéria seca (MS. O consumo de matéria seca e a eficiência alimentar apresentaram resposta quadrática aos teores de casca de soja na dieta. A produção de leite e a variação do peso corporal não foram alteradas, porém a concentração de gordura e lactose do leite aumentou e os tempos gastos com ruminação e mastigação decresceram com a inclusão da casca de soja na dieta. A casca de soja pode substituir totalmente o feno de coastcross em dietas para cabras em lactação, pois essa substituição não prejudica a produção de leite e aumenta o teor de gordura e lactose do leite. Em comparação ao feno picado de coastcross, a casca de soja apresenta menor efetividade em estimular a ruminação e a mastigação.The objective of this experiment was to verify the response of lactating goats fed diets with different levels (content of soybean hulls replacing coastcross hay (Cynodon sp. on performance. Thirty-six lactating Saanen goats (38±5 days of lactation; 2.1±0.4 kg/day were assigned to a randomized complete blocks design and housed for 8 weeks. Goats were fed diets of 50% roughage and 50% concentrate, but with the same amount of neutral detergent fiber. Soybean hulls replaced hay by 0, 33, 67 or 100% of the dry matter (DM. Dry matter and NDF intake and feed efficiency showed a quadratic response to the levels of soybean hulls in the diet. Milk yield and body weight variations did not change; however, milk fat

  9. Cobertura do solo e degradação de pastagens em área de domínio de Chernossolos no sul da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. V. Costa

    2000-12-01

    Full Text Available O presente trabalho, realizado nos municípios de Itapé e Itaju do Colônia, os quais se encontram insertos na região econômica Litoral sul do estado da Bahia, teve por objetivo caracterizar um ambiente pastoril, dando ênfase a solos e sua cobertura natural, com a finalidade de mensurar e avaliar a degradação de pastagens. Essas áreas encontram-se em domínio de Chernossolos, em ambientes onde houve substituições de floresta nativa e cacau, cultivado em cabruca, por pastagens de capim Panicum maximum, cv. colonião e sempre-verde, cultivadas há vários anos em sistemas caracterizados como bem e mal manejados. Para isso, aplicou-se um método para análise da cobertura do solo, utilizando as unidades de amostragem de linhas e pontos em conjunto, monitorado pela caracterização química e física do solo. As amostras foram coletadas em trincheiras localizadas no topo, na meia-encosta e na baixada, em morros com conformações semelhantes. Verificou-se que a mudança de ambiente levou a alterações físicas e químicas do solo, tais como: diminuição nos valores de soma de bases, na capacidade de troca de cátions e, conseqüentemente, no grau de saturação por bases; diminuição nos teores de carbono orgânico total e aumento na densidade do solo e, em conseqüência, redução na quantidade total de poros, principalmente nas primeiras camadas do horizonte A, decorrente das exigências dos processos de conversão da floresta em pastagem. As amostragens realizadas por meio de linhas e pontos foram eficientes, uma vez que proporcionaram subsídios para a avaliação do nível de degradação, revelando que, ao longo dos anos, as pastagens mal conduzidas sofrem mudanças (sucessão de gramíneas, aumento na incidência de espécies espontâneas e de solo descoberto, dentre outras que comprometem a sustentabilidade das pastagens da região.

  10. Geometria fractal em física do solo Fractal geometry in soil physics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O.O.S. Bacchi

    1993-09-01

    Full Text Available A geometria fractal tem sido aplicada nos mais diversos ramos da ciencia, mostrando grande potencial na descrição de estruturas altamente complexas. A sua aplicação em ciência do solo tem despertado grande interesse e vem se intensificando nos últimos anos. Apesar da sua divulgação através da literatura científica internacional, de conhecido acesso por parte dos pesquisadores brasileiros, o assunto parece não ter merecido ainda a nossa atenção, a contar pela ausência do tema em nossas revistas especializadas. Tratamos aqui da conceituação básica dessa nova abordagem e de algumas aplicações em física do solo.Fractal geometry has been applied on different branches of science, showing high potential in describing complex structures. Its applications in soil science have received large attention and have been intensified in the last few years. Inspite of the large number of internationally published papers, the subject seems not having received the same attention by Brazilian soil scientists, as verified by the absence of the subject in our scientific journals. This paper presents the basic concepts of this new tool and some of its applications in soil physics.

  11. Tamanho e forma de parcela em experimentos com morangueiro cultivado em solo ou em hidroponia Plot size and shape in trials using strawberry cultivated with soil or using hydroponics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carine Cocco

    2009-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estimar a forma e o tamanho de parcela ótimos para ensaios com a cultura do morangueiro (Fragaria x ananassa em cultivo hidropônico e em solo. Foram conduzidos dois, experimentos, um em cultivo convencional no solo, em túneis baixos, e outro em cultivo hidropônico. Em cada experimento, avaliaram-se os efeitos do tamanho e do formato das parcelas sobre a precisão experimental. Cada planta foi considerada uma unidade básica, e o número de unidades básicas por parcela variou de 1 (48 parcelas a 24 (duas parcelas. Foram ajustadas funções para a determinação do coeficiente de variação entre as parcelas e para a determinação da variância por unidade básica entre as parcelas. O cultivo no solo apresentou maior variabilidade experimental que o cultivo hidropônico. O aumento no número de plantas por parcela causou redução acentuada na variabilidade experimental, especialmente quando se usou o formato de parcela retangular. O tamanho ótimo estimado das parcelas é de dez plantas, no cultivo com solo, e de seis plantas, no cultivo hidropônico.The objective of this work was to estimate the optimal size and shape of plots to be used in experiments of strawberry (Fragaria x ananassa cultivation in soil or using hydroponics. Two experiments were conducted, one in soil in low tunnels, and another in a hydroponic system. In each experiment, the effects of plot sizes and shapes on experimental accuracy were evaluated. Each plant was considered an experimental basic unit, and the number of plants per plot varied from 1 (48 plots to 24 (two plots. Functions were adjusted to determine the coefficient of variation among plots and the variance per basic unit between plots. Plants grown in soil had higher experimental variability than the plants grown in hydroponics. Increasing the number of plants per plot caused strong reduction in the experimental variability, especially when a rectangular plot shape was used

  12. Atributos do solo-paisagem em áreas degradadas com malva-branca (Sida cordifolia L. no semiárido paraibano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivaldo Vital Santos

    2014-07-01

    Full Text Available O desmatamento, com o intuito de obter madeira para fins energéticos, origina áreas degradadas com solo exposto ou com dominância de extrato herbáceo formado por várias espécies, destacando-se a malva (Herissantia crispa L., a qual funciona como alternativa medicinal ou fitomassa para o rebanho nas épocas de estiagem prolongada. Pelo exposto o presente trabalho objetivou estabelecer o histórico das áreas com predominância de malva branca e diagnosticar os atributos morfológicos, físicos e químicos dos solos. O trabalho foi conduzido em cinco áreas com predominância de malva-branca, onde inicialmente realizou-se sua caracterização geral e o histórico de utilização agrícola. Em seguida fez-se a descrição do perfil, quando coletou-se amostras de solo (0-20 cm para análises granulométricas e químicas. Os resultados demonstraram que todas as áreas têm relevo suavemente ondulado e apresentavam, originalmente, cobertura de Caatinga densa e atualmente são utilizadas para pastejo, têm erosão em sulco, afloramento rochoso e pedregosidade. A morfologia indicou solos rasos, com camadas cimentadas, estrutura granular e em blocos, consistência variável, textura areia franca no horizonte A e argilo-arenosa e areno-argilosa no horizonte B. Os atributos químicos revelaram solos ácidos, com concentrações de fósforo muito baixas e de potássio, cálcio e magnésio médias, com saturação por bases variando de 65 a 78%.

  13. Cultivo de Penicillium spp. em resíduos da colheita de soja para produção de celulase, protease e amilase

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joice Raísa Barbosa Cunha

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste estudo foi avaliar a produção de enzimas amilolíticas, celulolíticas e proteolíticas pela linhagem Penicillium spp. LEMI A8221 cultivada em estado sólido em resíduos da colheita de soja, ao longo de quatro dias, em diferentes condições de pH (5,0 e 6,0, temperatura (30 e 35°C e concentrações de substrato (70 e 90% p/v. As atividades máximas obtidas para α-amilase, β-amilase, CMCase e protease foram de 0,20; 0,13; 0,65 e 147 U.mg-1, respectivamente. As condições de fermentação influenciaram a atividade das enzimas, sendo a concentração de substrato, a variável mais significativa para o processo. O tempo de fermentação exerceu efeito apenas para as atividades de amilase sacarificante e CMCase, sendo registrados os menores valores de atividade para essas enzimas, nas primeiras 24 e 48 horas de fermentação, respectivamente. Conclui-se que o isolado Penicillium spp. LEMI A8221 pode ser considerado promissor agente biológico, com aplicação industrial, e o resíduo de soja apresentou-se como fonte de carbono alternativa, no cultivo em estado sólido, para produção de enzimas por esta linhagem microbiana.

  14. Severidade da mela da soja causada por Rhizoctonia solani AG-1 IA em função de doses de potássio Severity of hte foliar blight of the soylean caused by Rhizoctonia solani AG-1 IA infunction of doses of potassium

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Basseto

    2007-03-01

    Full Text Available O fungo Rhizoctonia solani pertencente ao grupo de anastomose 1 IA (AG-1 IA é um dos patógenos mais importantes afetando a cultura da soja no Brasil. Este fungo causa queima da folha e/ou mela em soja, para a qual medidas de manejo cultural são consideradas alternativas importantes para controle antes do estabelecimento da doença. Há evidências de que a adubação potássica diminui substancialmente a severidade dos sintomas de várias doenças da soja como a queima foliar (Cercospora kikuchii, a seca da haste e da vagem (Phomopsis phaseoli var. sojae e o cancro da haste (Diaporthe phaseolorum f. sp. meridionalis. Apesar das evidências do efeito do potássio no controle de várias doenças da soja, não há informação na literatura sobre o efeito desse nutriente no controle da mela. A hipótese testada foi que a mela da soja pode ser controlada através de incrementos na adubação potássica. De maneira geral, concluiu-se que, sob condições de casa de vegetação, o incremento de K no solo não resultou no controle da mela da soja. É necessário, entretanto, confirmar esta observação conduzindo-se experimentos sob condições de campo, podendo-se incluir a avaliação do efeito da doença sob aspectos da produção.The fungus Rhizoctonia solani, belonging to anastomosis group 1IA (AG-1 IA is one of the most important pathogens affecting soybean in Brazil. This fungus causes aerial or foliar blight of soybean, and cultural measures are thought as important choices for the control before the establishment of the disease. Based on evidences that potassium amendments can substantially reduce the severity of several soybean diseases such as Cercospora leaf blight (Cercospora kikuchii, pod and stem blight (Phomopsis phaseoli var. sojae and stem canker (Diaporthe phaseolorum f. sp. meridionalis. Despite all evidence, there is no information in the literature about the effect of potassium controlling the soybean foliar blight. The

  15. Utilização da Energia de Dietas para Frangos de Corte Formuladas com Óleo Ácido de Soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vieira SL

    2002-01-01

    Full Text Available O produto comercialmente chamado "óleo ácido de soja", resulta da acidificação da borra residual do processo de refino do óleo de soja. Este tem sido muito utilizado na indústria de rações animais, ainda que com vários questinamentos a cerca de sua eficiência, tais como a adulteração com outros ácidos graxos de baixo valor nutricional, nível de peroxidação, presença de impurezas, e valores energéticos não confiáveis. Neste estudo, foi avaliado o desempenho de frangos de corte consumindo dietas contendo óleo de soja ou óleo ácido de soja nos níveis de 4 e 8% ou a mistura das duas fontes em partes iguais de 2 e 4% cada. Essas dietas foram fornecidas para frangos de corte alojados em baterias climatizadas a partir dos 7 dias de idade. As aves que receberam misturas equivalentes de óleo ácido de soja e óleo de soja apresentaram menor peso corporal no final do experimento (aos 42 dias quando comparadas com aquelas que consumiram apenas óleo ou óleo ácido de soja, independentemente do nível adicionado. O nível de inclusão de óleo de soja ou óleo ácido de soja não influenciou o peso final das aves. Foi verificado maior consumo de ração pelos animais que receberam dietas de menor nível de inclusão, o que contribuiu para piorar a conversão alimentar dos mesmos. O óleo ácido de soja demonstrou ser uma fonte energética alternativa de alto potencial econômico para uso em dietas comerciais para frangos de corte, apresentando valor energético de 8.114 kcal EMAn/kg de MS, valor 5% inferior ao determinado para o óleo de soja degomado.

  16. Características químicas dos mingaus desidratados de arroz e soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MAIA Luciana H.

    2000-01-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo caracterizar quimicamente os mingaus desidratados de arroz e soja nas respectivas proporções 100:0, 90:10, 80:20, 70:30, 60:40 e 50:50% e verificar a possibilidade do uso de alguns destes mingaus como ingredientes na formulação de alimentos infantis com base nos resultados discutidos. O processo utilizado para sua obtenção foi decorticagem dos grãos de soja, branqueamento, desintegração e homogeneização do arroz e soja, assim como secagem por atomização. A caracterização química foi realizada através das seguintes determinações: composição centesimal, composição de minerais e de aminoácidos, e atividade do inibidor de tripsina. Com o aumento das proporções de soja (de 0 a 50%, os mingaus desidratados tiveram aumento nos teores de proteína, extrato etéreo, cinzas, fibra bruta, fósforo, cálcio, potássio, magnésio, ferro, cobre, zinco, selênio, manganês e molibdênio, porém diminuição nos teores de carboidrato, sódio e cromo. Contudo, os valores de cobalto não foram alterados. Os teores de potássio, magnésio, ferro e cobre foram altos e os teores de cromo, selênio, manganês e molibdênio foram suficientes em 100g de mingaus desidratados de arroz e soja com 40 e 50% de soja, atendendo 100% das recomendações da RDA para lactentes, podendo estes formulados para alimentos infantis. Houve uma melhoria nos escores de aminoácidos essenciais com as crescentes proporções de soja, exceto para os aminoácidos sulfurados. A composição em aminoácidos foi adequada e comparável ao padrão da FAO/WHO para lactentes, exceto para lisina e metionina. Em relação a lisina, os mingaus desidratados com 30, 40 e 50% de soja mostraram os maiores escores para pré-escolares, não havendo deficiência para escolares. Por outro lado, a metionina não foi deficiente para pré-escolares e escolares. A atividade residual do inibidor de tripsina não foi observada nos mingaus desidratados

  17. Sistemas consorciados de aveia preta e ervilhaca comum como cobertura de solo e seus efeitos na cultura do milho em sucessão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. G. Bortolini

    2000-12-01

    Full Text Available Com o aumento do cultivo do milho no sistema plantio direto (SPD, várias espécies vegetais de inverno estão sendo avaliadas, visando à obtenção de uma cobertura de solo que beneficie o milho cultivado em sucessão e o SPD. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de três densidades de semeadura de aveia preta e ervilhaca comum em sistemas consorciados e em cultivos isolados e de três níveis de adubação nitrogenada (zero, 60 e 160 kg ha-1 aplicados em cobertura sobre a cultura do milho em sucessão. O experimento foi realizado em campo na Estação Experimental Agronômica da UFRGS em Eldorado do Sul (RS, no ano agrícola 1998/99. O rendimento total de matéria seca da cobertura de solo foi similar entre os sistemas consorciados de aveia e ervilhaca e os cultivos isolados. O aumento da dose de N aplicada no milho e o incremento da proporção de sementes de ervilhaca no consórcio da cobertura de solo elevaram a quantidade de N acumulado por planta de milho. Na produtividade de grãos de milho, percebeu-se interação de doses de N aplicadas e sistemas de cobertura de solo. Sem aplicação de N, houve aumento de 321 kg ha-1 na produtividade de grãos, para cada 10% de substituição de aveia por ervilhaca nos sistemas de consórcio. Com 60 kg ha-1 de N, a resposta foi quadrática; com 160 kg ha-1, não houve efeito das coberturas de solo no inverno sobre a produtividade de grãos. A produtividade de grãos de milho cultivado em sucessão à aveia em cultivo isolado ou em consórcio com ervilhaca aumentou linearmente com o aumento da dose da adubação nitrogenada; em sucessão à ervilhaca em cultivo isolado, não houve resposta do milho à adubação nitrogenada.

  18. Uso de diferentes fontes de nitrogênio na cultura da soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelin Cristina Marcon

    2017-05-01

    Full Text Available O nitrogênio é um nutriente requerido em quantidade pela da soja, pois é responsável pelo crescimento da cultura e produção de novas células e tecidos. Com estudo teve-se por objetivo avaliar diferentes fontes de nitrogênio na soja e a sua influência sobre proteína bruta e rendimento de grãos. O experimento foi realizado durante o ciclo 2015/2016, na Fazenda Escola da Unoesc, São José do Cedro – SC. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso (DBC, com 7 repetições. A unidade experimental constituiu-se de uma parcela. Os tratamentos compreenderam diferentes fontes de nitrogênio (sólido (Super N, líquido N 32 e a testemunha sem nitrogênio testadas na cultivar TMG 7062 IPRO. A aplicação de nitrogênio foi realizada em cobertura em duas etapas, metade da dose aplicada no estádio R1 (início do florescimento e a outra metade em R3 (formação da vagem, nas dosagens de 4 L ha-1 para o nitrogênio líquido 32% e 200 kg ha-1 de nitrogênio sólido 46%. Após a colheita, avaliou-se o teor de proteína bruta, o rendimento de grãos por área, a viabilidade econômica e a produtividade. Os dados foram submetidos à análise de variância pelo teste F e, quando significativos, foram submetidos à comparação de médias pelo teste de Tukey (P≤0,05. Para a cultura da soja a aplicação de nitrogênio líquido suplementar tem efeito positivo sobre o componente de rendimento da soja massa de mil grãos. A aplicação de nitrogênio sólido incrementou a produtividade de grãos. O uso de nitrogênio proporcionou maior rendimento econômico no ciclo 2015/2016 para a cultivar TMG 7062 IPRO em relação a testemunha.

  19. Aplicação de espectroscopia no infravermelho médio e calibração multivariada para quantificação de adulterantes e teor em biodiesel de óleo de palma com óleo de soja, soja residual e diesel

    OpenAIRE

    Teles, Edvando Souza

    2016-01-01

    No presente trabalho foram desenvolvidas e validadas metodologias baseadas no uso da Espectroscopia no Infravermelho Médio (MIR) aliada à calibração multivariada por Quadrados Mínimos Parciais (PLS) para a quantificação de adulterantes como óleo de soja e óleo de soja residual nos biodieseis metílicos e etílicos de palma na faixa de concentração de 0,25 a 30,00 (%), bem como determinação de teor de biodiesel metílico e etílico de palma em suas misturas binárias com diesel na faixa de concentr...

  20. Tratamento de sementes de soja com micronutrientes Soybean seeds treated with micronutrients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio de Assis Librelotto Rubin

    1995-01-01

    Full Text Available Foram conduzidos dois experimentos na Estação Experimental de Júlio de Castilhos, RS, nos anos agrícolas 1990/91 e 1991/92, a fim de verificar a resposta da soja à aplicação de zinco, boro, molibdênio e cobalto nas sementes, em duas doses de calcário no solo Passo Fundo (LE. Utilizou-se o delineamento blocos ao acaso, em parcelas subdivididas com três repetições, estabelecendo-se nas parcelas duas doses de calcário (sem e com 17,7t/ha e nas subparcelas formulações de zinco, boro, molibdênio e cobalto (0,875; 0,062; 0,150 e 0,012g/kg de sementes aplicadas nas sementes junto com o inoculante. Os tratamentos constaram de testemunha, molibdênio e zinco isolados, combinados entre si e associados a boro e cobalto, nas formulações em forma de pó (Biocrop Soja e fluída (fonte experimental MIQL 44-90A. Os resultados obtidos evidenciam que, na condição sem calcário, os tratamentos de sementes com molibdênio aumentam o rendimento de grãos. Na condição com calcário, não há resposta a aplicação dos micronutrientes.The expenment was conducted in the Julio de Castilhos Experimental Station, RS, in 1990/91 and 1991/92 seasons. The effect of soybean seeds treated with zinc, boron, molybdenum and cobait, in two lime doses in Passo Fundo soil was evaluated. A completely randomized design with split plot with three replications was used. The lime doses formed the mam plots (zero and 17.71/ha and zinc, boron, molybdenum and cobait formulation (0.875; 0.062; 0.150 and 0.012gkg of seeds were the sub-plots. The treatments were contlol, molybdenum and zinc isolated and combinated with boron and cobait, with powder (Soybean Biocrop and solution (MIQL 44-90A formulation. The results indicate that withouth lime application, seeds treated with molybdenum had an increment in grain yield. However witht liming no difference in grain yield was observed.

  1. Sorção do imazapyr em solos com diferentes texturas Imazapyr sorption in soils with different textures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.E. Firmino

    2008-06-01

    Full Text Available O conhecimento do comportamento de herbicidas no ambiente, sobretudo no solo, permite a predição de possíveis impactos do seu uso em sistemas agrícolas. Com o intuito de avaliar a sorção do herbicida imazapyr no solo, foi realizado um experimento, utilizando sorgo (Sorghum bicolor como planta bioindicadora. A sorção do imazapyr foi avaliada em areia lavada e em três solos, com as seguintes texturas: muito argilosa, franco-argilo-arenosa e areia-franca, provenientes, respectivamente, das cidades de Sete Lagoas, João Pinheiro e Rio Casca, em Minas Gerais. Foram determinados: o valor de I50 (dose que inibiu 50% no acúmulo de massa seca da planta-teste e a relação de sorção [RS = (I50 solo -I 50 areia/I50 areia]. Os valores de I50 observados foram: 29,41; 10,20 e 7,33 mg kg-1, e a relação de sorção (RS: 9,77; 2,73 e 1,68, respectivamente para os solos muito argiloso, franco-argilo-arenoso e areia franca. O herbicida imazapyr apresentou a seguinte ordem de sorção nos substratos: muito argiloso > franco-argilo-arenoso > areia-franca > areia lavada. Em solos arenosos e com baixos teores de matéria orgânica, a baixa sorção do imazapyr predispõe o produto à lixiviação no perfil do solo, podendo contaminar mananciais de águas subterrâneas.Knowledge about herbicide behavior in the environment, especially in soil, allows predicting possible impacts caused by its use in agricultural systems. An experiment using Sorghum bicolor as a bio-indicator was carried out to evaluate imazapyr sorption in soil. Sorption was evaluated in washed sand and in soils of 3 different textures: very clayed, sandy clayed loam and sandy loam, respectively from Sete Lagoas, João Pinheiro and Rio Casca - Minas Gerais. The value of I50, which inhibits 50% of dry biomass accumulation of the test-plant, and sorption relation (SR = I50 soil - I50 sand/I50 sand were determined. I50 values observed were 29.41, 10.20 and 7.33 mg kg-1 and SR values were 9

  2. Caracterização micropedológica de solos reabilitados após exploração de bauxita em Porto Trombetas (PA)

    OpenAIRE

    Ruivo, M. L. P.; Schaefer, C. E. G. R.; Barros, N. F.; Albuquerque, M. A.; Ribeiro, L. M.

    2002-01-01

    Foi realizado um estudo micromorfológico em solos alterados após a exploração de bauxita, em sítios recuperados entre 1981 e 1987, em comparação ao Latossolo Amarelo inalterado (LA), como referência, para subsidiar indicadores de recuperação dos solos. O estudo foi desenvolvido no Platô Saracá, na mina de bauxita de Porto Trombetas, município de Oriximiná, no estado do Pará. Técnicas micromorfológicas e uso de microssonda de EDS, microscopia ótica e eletrônica de varredura foram avaliadas em ...

  3. Atributos físicos de um Latossolo Vermelho distroférrico em sistema de integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wagner Henrique Moreira

    2012-04-01

    Full Text Available O pisoteio dos animais durante o pastejo pode compactar as camadas superficiais e comprometer a qualidade física dos solos em sistema de integração lavoura-pecuária (SILP. A hipótese deste trabalho é de que o pisoteio dos animais decorrente da intensificação do pastejo das culturas de aveia e azevém num Latossolo Vermelho distroférrico com SILP sob plantio direto reduz a qualidade física do solo. Os objetivos deste trabalho foram quantificar a densidade do solo (Ds, a porosidade de aeração (εa, a permeabilidade do solo ao ar (Ka e a resistência do solo à penetração (RP e estimar índices de continuidade de poros a partir das relações entre εa e a Ka. A área estudada, localizada no município de Campo Mourão - PR, foi manejada em SILP com semeadura direta de soja/milho no verão e consórcio de aveia com azevém no inverno, utilizados como forragem para o pastejo pelos animais. Os tratamentos consistiram em quatro alturas de pastejo (7, 14, 21 e 28 cm e um tratamento controle (testemunha. Em cada tratamento foram coletadas 20 amostras com estrutura indeformada, nas profundidades de 0-7,5 e 7,5-15 cm. Não foram constatadas diferenças significativas na Ds, εa e Ka entre a testemunha e os tratamentos pastejados. Após oito anos de SILP, a Ds, a εa e a Ka não confirmaram a hipótese de que a intensificação do pisoteio animal reduz a qualidade física do solo. Contudo, a RP mostrou diferenças entre os tratamentos pastejados e a testemunha, com valores restritivos de RP até 15 cm de profundidade, sugerindo que a maior intensidade de pastejo resulta em redução da qualidade física do solo.

  4. Anatomia radicular de milho em solo compactado Anatomy of maize roots in compacted soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Cristian Bergamin

    2010-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a relação entre a estrutura anatômica das raízes de milho e os atributos físicos de solo submetido a diferentes graus de compactação. O estudo foi realizado em campo, no Município de Dourados, MS, em Latossolo Vermelho distroférrico, textura muito argilosa. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com cinco repetições. O solo utilizado apresentava histórico de oito anos com plantio direto. A compactação adicional do solo foi realizada por meio de tráfego com trator, com uma (PDc1, duas (PDc2, quatro (PDc4 e seis passadas (PDc6 sucessivas, sobre toda a área da parcela. Houve aumento na razão entre o córtex e o cilindro vascular da raiz com o aumento na compactação do solo. Essa razão correlacionou-se negativamente com a macroporosidade e positivamente com a densidade do solo e com a resistência do solo à penetração. O grau de compactação afeta a anatomia radicular do milho, e a resistência do solo à penetração é o indicador físico que melhor expressa esse efeito.The objective of this work was to evaluate the relationship between maize root anatomy and physical attributes of soil subjected to levels of compaction. The experiment was carried out in field conditions, in Dourados, Mato Grosso do Sul state, Brazil, in a clayed Latossolo Vermelho (Rhodic Acrustox. A randomized complete block design was used, with five replicates. The soil was cultivated for eight years under no-tillage. The additional compaction of the soil was done by tractor traffic in one (PDc1, two (PDc2, four (PDc4 and six successive passes (PDc6, in the entire area of the experimental plots. Ratio between the cortex and vascular cylinder of the root increased with soil compaction. This ratio was negatively correlated to macroporosity, and positively to soil density and soil penetration resistance. Soil compaction level affects the anatomy of maize roots, and its penetration resistance is the best

  5. Macrominerals balance in goats fed with spineless cactus and soybean hulls Balanço de macrominerais em caprinos alimentados com palma forrageira e casca de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evaristo Jorge de Oliveira Souza

    2009-09-01

    Full Text Available It were evaluated the balance of minerals in diets based on spineless cactus and different levels of soybean hulls in place of the Tifton 85 grass hay. It were used five goats, castrated, without racial pattern set, provided with permanent rumen cannula and with 40±5,16 kg of BW. The 5 x 5 Latin Square was adopted. In the experimental treatments, soybean hulls were included, in the proportions of 0%; 6,25%; 12,5%; 18,75% e 25% of the diet to replace the Tifton 85 grass hay. It was decrease in consumption of minerals and the consumption of crude protein was increased by 1444, 34 g/day, which favored the digestibility of dry matter, organic matter, crude protein and non-fibrous carbohydrate. The blood concentrations of Ca grew linearly according to the inclusion of soybean hulls in the diet and for Mg the response was quadratic and lower blood concentrations of Mg 5,02 mg/dL, with the inclusion 11,5% of soybean hulls, were checked. The urinary concentrations of K and Cl decreased linearly with the addition of soybean hulls. The inclusion of soybean hulls in the diet of goats did not provided imbalance of macrominerals: Na, Cl, P and Cl.Avaliou-se o balanço de minerais de dietas à base de palma forrageira e diferentes níveis de casca de soja em substituição ao feno de capim-Tifton 85. Foram utilizados cinco caprinos, castrados, sem padrão racial definido, com cânulas ruminais permanentes, com peso vivo médio 40±5,16 kg. Adotou-se o delineamento experimental quadrado latino 5 x 5. Nas dietas incluiu-se a casca de soja, nas proporções 0%; 6,25%; 12,5%; 18,75%, e 25% da dieta em substituição ao feno capim-Tifton 85. Assim, houve diminuição do consumo de minerais e aumento do consumo de proteína bruta em 1444, 34 g/dia, o que favoreceu a digestibilidade da matéria seca, matéria orgânica, proteína bruta e carboidratos não fibrosos. As concentrações sangüíneas de Ca aumentaram linearmente em função da inclusão de casca de

  6. Lixiviação e inativação do metribuzin em dois tipos de solos Leaching and inactivation of metribuzin in two soil types

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Ferreira da Silva

    1981-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a lixiviação e a inativação do herbicida metribuzin (4-amino-6-tertbutil-3-(metiltio-as-triazina-5-(4Hona em materiais de um solo franco-argiloso e de outro solo franco-argilo-arenoso de duas regiões de Minas Gerais, um em laboratório e outro em casa de vegetação. O solo franco-argiloso era um Latossolo Roxo, com 2,8% de matéria orgãnica e o solo franco-argilo-arenoso era um Podzólico Vermelho-Amarelo; fase terraço, em 2,17% de matéria orgânica. Em laboratório estudou-se a lixiviação do metribuzin em colunas de 5, 10 e 15 cm de altura, com 7,5 cm de diâmetro, enchidas com materiais dos solos franco-argiloso e do solo franco-argiloarenoso. Usou-se o ensaio biológico de discos de cotilédones de melancia para detectar o metribuzin no lixiviado. Em casa de vegetação, estudou-se a inativação do metribuzin com materiais dos mesmos solos utilizados para o estudo de lixiviação. Para este ensaio foram utilizadas as doses de 0, 50, 80, 110, 140, 170 e 200g do i.a./ha do produto, e em areia lavada, as doses foram de 0, 4, 6, 8, 10, 12 e 16 g do i.a./ha do metribuzin, usando o pepino como planta teste, que foi cortado rente ao solo e pesado aos 14 dias após o plantio. Informações adicionais são necessárias para explicar porque o solo franco -argiloso inativa mais o metribuzin que o solo franco-argilo-arenoso.Laboratory and greenhouse experiments were made to evaluate the leaching and the inactivation of the metribuzin in clay loam and sand clay loam soils. The clay loam soil was a dark, red latosol with 2,8% organic matter and the sand clay loam soil was a reddish-yellow podzol with 2,17% organic matter. Leaching of metribuzin was studied in the laboratory in colums of 5, 10 and 15 cm high, 7.5 cm diameter, filled with soil. Watermelon cotiledon discs were used to measure the metribuzin leached. The inactivation of metribuzin was estudied in a greenhouse using doses of 0, 50, 80, 110, 140, 170 and 200

  7. Aplicação de duas isotermas de adsorção de boro em solos de baixada do estado do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. S. Valladares

    1998-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar a aplicabilidade das equações de adsorção de Langmuir e de Freundlich para boro em solos de baixada do Estado do Rio de Janeiro (Glei Pouco Húmico e Cambissolo distrófico, desenvolveram-se ensaios de laboratório, em 1997, em quatro amostras de solo, sendo duas de superfície e duas subsuperficiais. Para isso, as amostras foram equilibradas em soluções de CaCl2 0,01 mol L-1, contendo as seguintes concentrações de boro: 0,0, 1,0, 2,0, 4,0 e 8,0 mg L-1. De posse dos dados, foram construídas isotermas de adsorção e verificados os ajustes das curvas obtidas, em relação aos dados experimentais. Observou-se que as isotermas mediante as equações de Langmuir e de Freundlich se adequaram bem para a adsorção de boro nos solos estudados.

  8. Formas extraíveis de ferro em solos do estado do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. G. Pereira

    1999-06-01

    Full Text Available No estado do Rio de Janeiro, destacam-se três feições geomorfológicas: as formações constituídas por rochas do Complexo Cristalino, expostas ou capeadas por seus produtos de alteração; os tabuleiros costeiros, compostos pelos sedimentos da Formação Barreiras, e, por último, as planícies aluvionares, que são formações quaternárias. As diferenças entre os materiais de origem e as classes de relevo e sua influência na formação dos solos têm constituído o tema principal dos estudos de genêse realizados no Rio de Janeiro. Este trabalho teve como objetivo avaliar o comportamento das formas extraíveis de ferro, Feo, Fed e Fes, e as relações entre elas em função do grau de pedogênese dos solos. Para estes solos, as formas de ferro e relações Fed/Fes e Feo/Fed expressaram variações na mineralogia do material de origem, grau de intemperismo dos solos e do material formador, ou classe de drenagem, mais do que a intensidade de pedogênese. Assim, as formas extraíveis de Fe e respectivas relações para avaliar o grau de pedogênese, nos solos do Rio de Janeiro, requerem uma interpretação conjunta das demais propriedades do solo, com ênfase para a morfologia e classes de drenagem.

  9. Lixiviação e persistência de ametryn em solos da região canavieira do nordeste brasileiro

    OpenAIRE

    Silva, Kaliane de Souza

    2016-01-01

    O uso de herbicidas sem os conhecimentos básicos de suas interações com o solo e clima representa alto risco de contaminação ambiental e redução da biodiversidade. Para evitar esses problemas é fundamental compreender a dinâmica do herbicida no solo. Dois experimentos foram conduzidos, visando avaliar a dinâmica do ametryn em cinco solos da região canavieira do Nordeste brasileiro: Neossolo Quartzarênico; Argissolo; Espodossolo; Latossolo e Cambissolo. O primeiro experimento...

  10. Isoflavonas em isolados e concentrados protéicos de soja Isoflavones in soy protein isolate and soy protein concentrate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Y. Lui

    2003-12-01

    Full Text Available Isolados e concentrados protéicos de soja são ingredientes largamente utilizados na indústria de panificação, confeitaria, bebidas e embutidos. As isoflavonas presentes na soja podem sofrer alterações em quantidade e perfil de distribuição dependendo das condições de processamento. O objetivo deste estudo foi verificar o balanço de massa de isoflavonas e proteína em processamento de isolados e de concentrados protéicos de soja (tratamento com ácido e com álcool. A maior parte das isoflavonas presentes na matéria-prima (farinha desengordurada de soja é perdida nos sobrenadantes de processo (90% para extração com etanol 60%, 52% para processamento de isolado protéico e 47% para extração com ácido. O teor de isoflavonas nos produtos obtidos foi de 686µg/g base seca (b.s. para isolado protéico, 871µ g/g b.s. para concentrado protéico obtido por tratamento ácido e apenas 153µg/g b.s. para concentrado protéico obtido por tratamento com álcool. Não foi observada alteração no perfil de distribuição das isoflavonas nesse último processo, enquanto que nos dois primeiros notou-se diminuição da quantidade das formas malonil glicosídeos e aumento da quantidade das formas beta-glicosiladas e gliconas.Soy protein isolate (SPI and soy protein concentrate (SPC are largely used in bakery, confectionary, meat and beverage products. Isoflavones present in soybeans products can undergo changes in quantity and profile depending on the processing conditions. The objective of this work was to conduct mass balance studies of isoflavones and protein during the processing of SPI and SPC (acid and alcohol leach. The majority of isoflavones present in the raw material is lost in the supernatants (90% for SPC treated with alcohol, 52% for SPI and 47% for SPC treated with acid. Total concentration of isoflavones was 652µg/g for SPI, 838µg/g for SPC (acid leach, and only 147µg/g for SPC (alcohol leach. There were no changes in the

  11. Identificação de SNPs para conteúdo de ácidos graxos em soja pela técnica HRM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Fernanda Antunes da Cruz

    2013-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi identificar SNPs em genes associados ao conteúdo de ácidos graxos em soja e implementar a metodologia "high resolution melting" (HRM para genotipagem desses SNPs. Os iniciadores HRM foram desenhados para discriminar os alelos SNPs em duas populações de mapeamento (RILs e F2 e seguiram o padrão esperado de segregação. Os SNPs do gene ABI associaram-se significativamente ao conteúdo de ácido esteárico (R² = 12,14, e os do gene FAD3B, aos conteúdos de ácido oleico (R² = 14,69 e linolênico (R² = 10,62. A técnica de genotipagem dos SNPs por HRM é eficiente na discriminação das classes genotípicas.

  12. Assimilação foliar de enxofre elementar pela soja Foliar elementary sulfur assimilation by soybean

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Godofredo Cesar Vitti

    2007-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a assimilação de enxofre elementar (S0, aplicado nas folhas de soja, e sua eficiência comparada à adubação feita ao solo, de acordo com a dose e a natureza da fonte do nutriente. O S0 aplicado às folhas, independentemente da dose e fonte, foi assimilado pela planta, o que acarretou em aumento no teor de proteína total na folha. Todas as fontes de S aplicadas às folhas aumentaram a produção de grãos, semelhantemente à aplicação ao solo. Observou-se uma mesma produtividade com o uso de 20 kg ha-1 de S0 no solo ou de 6 kg ha-1 via foliar. A eficiência da aplicação de S via foliar, com base no conteúdo de proteína solúvel total, foi superior à da aplicação ao solo.The objective of this work was to evaluate the elementary sulfur (S0 assimilation applied on soybean leaves, and its efficiency compared to the fertilization done in the soil, according to the dose and nature of the nutrient source. The S0 applied to leaves, independently of the dose and source, was assimilated by the plant, what resulted in increase of total protein content in the leaf. All S sources applied to leaves increased the grain yield, similarly to the application to the soil. The same productivity was observed with the use of 20 kg ha-1 of S0 in the soil or 6 kg ha-1 applied to leaves. The elementary S application efficiency on leaves, based on the content of total soluble protein, was superior to application efficiency on soil.

  13. Lixiviação de metais pesados em solos tratados com lodo de esgoto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. I. Bertoncini

    1999-09-01

    Full Text Available Foi realizado um experimento em tubos de percolação, utilizando-se três solos, classificados como Areia Quartzosa (AQ, Latossolo Vermelho-Amarelo (LV e Latossolo Vermelho-Escuro (LE, aos quais foram incorporadas sucessivas quantidades de lodo de esgoto, totalizando uma dose correspondente a 156,0 t ha-1 (base seca, num período de incubação de 310 dias. Após este período, os solos foram tratados com água ou com soluções de sais (KCl 0,9 mol L-1; KNO3 0,9 mol L-1; K2SO4 0,3 mol L-1 e Ca(NO32 0,3 mol L-1, adicionadas em quantidade correspondente a quatro vezes a capacidade de retenção de água dos solos. No líquido percolado pela passagem das soluções salinas, foram determinadas as quantidades de Cd, Cr, Cu, Ni e Zn presentes e, no percolado obtido com a passagem de água, além dos metais anteriormente citados, foram determinadas também as quantidades de Ca2+ e Mg2+. Os resultados permitiram observar que a adição de KCl provocou o arraste de 5% do Cd adicionado via lodo aos solos LV e LE; para os outros sais utilizados e para a água, esse arraste nunca foi superior a 2% do metal pesado adicionado via lodo. A retenção de Cd, Cu, Cr e Ni aumentou com a elevação dos teores de óxidos de Fe e Al presentes nos solos. Os elevados valores de pH e o aumento no teor de matéria orgânica proporcionado pela adição de lodo refletiram também na menor mobilidade dos metais. Os sais KCl e K2SO4 aumentaram a mobilidade de alguns dos metais estudados.

  14. Sistematização participativa de cursos de capacitação em solos para professores da educação básica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Oliveira Cirino

    2015-06-01

    Full Text Available O Programa de Educação em Solos e Meio Ambiente, do Departamento de Solos da Universidade Federal de Viçosa oferece, desde 2004, cursos anuais de capacitação em solos para professores da Educação Básica. Após três anos consecutivos, já era possível observar os impactos da abordagem em algumas escolas de Viçosa-MG. Para analisar e refletir criticamente a influência dos cursos na prática pedagógica dos participantes desenvolveu-se pesquisa em processo de sistematização participativa, durante encontros presenciais com os participantes dos cursos de 2004, 2005 e 2006. Os resultados são apresentados neste artigo e mostram que tantoos conteúdos como os métodos desenvolvidos nos três cursos foram efetivamente apropriados pelos educadores, que valorizaram e ressignificaram o conteúdo de solos. Isso lhes deu mais segurança em sua abordagem, enriquecendo as aulas e diversificando-as com o uso de diferentes abordagens metodológicas, possibilitando inclusive a superação do livro didático como único apoio conceitual e metodológico às suas aulas.

  15. Potencial de uso do modelo century e sig para avaliar o impacto da agricultura sobre estoques regionais de carbono orgânico do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisandra Solange Oliveira Bortolon

    2012-06-01

    Full Text Available O uso e as mudanças no uso e manejo dos solos figuram entre os principais fatores determinantes dos estoques de carbono orgânico do solo (COS. A modelagem dinâmica espacialmente explícita é uma técnica que vem sendo usada com sucesso em avaliações das alterações nos estoques regionais de COS. Assim, este trabalho objetivou utilizar o modelo Century associado a técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto para avaliar os efeitos das alterações do uso agrícola e manejo do solo na dinâmica do carbono orgânico do solo (COS em propriedades rurais do Distrito Santana, Ijuí - RS. Para isso, foi criada uma base de dados geoespaciais em ambiente ArcGis9.x com os planos temáticos: solos, elementos da paisagem e início do uso agrícola. Após reconstituídos os cenários históricos de manejo, o modelo Century 4.0 foi inicializado com dados edafoclimáticos locais, calibrado em duas etapas e validado, obedecendo-se à seguinte ordem: calibração principal - validação - calibração para generalizações. Na calibração principal, foram ajustados parâmetros internos do modelo, valendo-se da adição de carbono (C pelo milho, trigo e soja e dos estoques de COS medidos em 2007 na camada de 0 a 20 cm da mata nativa e de uma lavoura adjacente, cuja conversão ocorreu entre 1901 e 1930 (lavoura mais antiga, localizada na área 1, sob Latossolo de topo. Em seguida, o Century, assim ajustado, foi estatisticamente validado com base em dados observados em 10 lavouras iniciadas em diferentes épocas, sob a mesma classe de solo e posição na paisagem, amostradas em 2007 na camada de 0 a 20 cm e distribuídas em quatro áreas homogêneas (áreas 1, 2, 3 e 4 dentro do Distrito Santana. Na calibração para generalizações, foram criadas quatro opções de "floresta subtropical" para representar a mata nativa de cada classe de solo em estudo (Latossolo, Chernossolo, Neossolo Regolítico e Neossolo Flúvico, a partir da opção de floresta

  16. Variações nos teores de carbono orgânico em função do desmatamento e revegetação natural do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidinei Leandro Klöckner Stürmer

    2011-06-01

    Full Text Available A flutuação no conteúdo de matéria orgânica do solo é severamente afetada pelo uso e manejo do solo. Em solos física e quimicamente frágeis a destruição da vegetação nativa pode levar a diminuição drástica do estoque de carbono. No entanto, solos jovens que apresentam alta resiliência, quando manejados adequadamente, podem recuperar facilmente os valores originais de carbono. O objetivo deste trabalho foi quantificar os teores de carbono orgânico de um Neossolo e um Chernossolo em decorrência de seu uso, em especial após o desmatamento e revegetação natural. Coletaram-se amostras de duas camadas (0-5 e 5-15 cm em dois solos (Neossolo e Chernossolo ocorrentes numa pequena bacia hidrográfica com relevo fortemente ondulado, com quatro condições de uso (mata nativa, lavoura nova, lavoura velha e revegetação com capoeira. Avaliaram-se a distribuição granulométrica, a densidade do solo e os teores de carbono orgânico. Os dados foram submetidos à análise estatística considerando um delineamento inteiramente casualizado, num esquema trifatorial (tipos de solos, tipos de usos e camadas amostradas. O estoque de carbono do solo diminuiu após o desmatamento para a inastalação de culturas anuais com baixa adição de resíduos e revolvimento intenso do solo. A revegetação natural das áreas degradadas pelo cultivo convencional recuperou rapidamente o estoque de carbono dos solos, mesmo permanecendo as impressões herdadas da erosão (menor teor de argila e da aplicação de fertilizantes e corretivos (menor acidez potencial e maior disponibilidade de fósforo e potássio.

  17. Qualidade física e química do solo em áreas de exploração florestal no Mato Grossso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice Aparecida Iarema

    2011-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o impacto provocado nos solos sob pátios de estocagem de madeira, bem como a influência do formato dos pátios sobre o processo de degradação nesses locais, foram selecionados cinco pátios em uma área de exploração de madeira, onde predominava solo do tipo Latossolo Vermelho-Amarelo, localizada no Município de Nova Maringá, MT. Foram escolhidos quatro pátios de formato quadrado e um de formato retangular. Em cada pátio, estabeleceram-se três transectos, que adentraram a mata nativa, sendo feitas coletas de solo na profundidade de 0 a 20 cm, em cinco pontos de cada transecto. Essas amostras foram utilizadas para a determinação de textura, argila dispersa em água, umidade na capacidade de campo, estabilidade e distribuição de agregados, análises químicas de rotina, C-total, N-total e C mineralizável. Para a determinação da densidade do solo e densidade de partículas, as amostras foram retiradas nas profundidades de 0 a 5 cm e 15 a 20 cm do transecto central. Os resultados foram submetidos a testes de média (Tukey, P<0,05. Testes de resistência à penetração em cinco pontos de cada pátio e três pontos na mata adjacente foram realizados na época da seca e na época chuvosa. Os resultados mostraram que houve forte degradação nas propriedades dos solos sob pátios de estocagem, observando-se expressivo aumento na densidade do solo e resistência à penetração, bem como diminuição da porosidade total, do DMP dos agregados e dos teores de nutrientes. A utilização de pátios com diferentes formas não minimizou os impactos ambientais.

  18. COMPORTAMENTO DE HERBICIDA EM SOLO DE VÁRZEA COM DRENAGEM SUBTERRÂNEA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CRUCIANI D.E.

    1996-01-01

    Full Text Available O conhecimento do comportamento de herbicidas é fundamental na avaliação de sua eficácia na agricultura e na compreensão do impacto ambiental causado por estes produtos químicos. A drenagem do solo pode influir no comportamento do herbicida pois pode atuar como fator modificador de sua mobilidade, transporte, arraste superficial e infiltração no solo e consequentemente, da contaminação de águas subterrâneas. A presente pesquisa teve por objetivo verificar o efeito de um sistema de drenagem subterrâneo sobre o arraste lateral, lixiviação e contaminação do lençol freático pelo herbicida trifluralina aplicado em pré-emergência na cultura do milho. Os resultados obtidos das avaliações efetuadas na superfície do solo, na profundidade de 0 - 15 cm e na água de drenagem permitiram concluir, principalmente, que a drenagem subterrânea funciona como redutor da lixiviação superficial do herbicida, diminuindo assim os riscos de contaminação ambiental.

  19. Metais pesados, densidade e atividade microbiana em solo contaminado por rejeitos de indústria de zinco

    OpenAIRE

    Dias-Júnior,H. E.; Moreira,F. M. S.; Siqueira,J. O.; Silva,R.

    1998-01-01

    As atividades relacionadas com mineração e indústria metalúrgica são responsáveis pela poluição de extensas áreas de solo em todo o mundo, sendo seus efeitos ainda pouco conhecidos nas condições brasileiras. No presente trabalho, os teores totais e solúveis em água de metais pesados, a densidade e a atividade microbiana foram avaliados em 1996, em sete locais de uma área de deposição de rejeitos da industrialização de zinco, em elevado estádio de degradação, e num local fora da área contamina...

  20. Fitorremediação de solo contaminado com picloram por capim-pé-de-galinha-gigante (Eleusine coracana Phytoremediation of picloram-contaminated soil by Eleusine coracana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio de Oliveira Procópio

    2008-12-01

    Full Text Available O longo efeito residual do herbicida picloram no solo aumenta o risco de lixiviação e de fitotoxicidade em culturas sucedâneas; sua presença no solo pode ser abreviada com o uso da fitorremediação. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da densidade populacional de capim-pé-de-galinha-gigante (Eleusine coracana sobre a fitorremediação de solo contaminado com o herbicida picloram. O experimento foi realizado em casa de vegetação localizada no município de Rio Verde-GO, no período de setembro de 2006 a fevereiro de 2007. Os tratamentos foram compostos pela combinação entre quatro densidades populacionais da espécie vegetal Eleusine coracana (capim-pé-de-galinha-gigante (0, 7, 14 e 21 plantas por vaso, correspondendo a 0, 172, 344 e 516 plantas m-2, respectivamente e três doses do picloram (0, 80 e 160 g ha-1 - aplicadas diretamente nos vasos, simulando níveis de contaminação do solo. Após o cultivo da espécie vegetal fitorremediadora no substrato por 100 dias, efetuou-se, no próprio vaso, a semeadura da soja (Glycine max L., espécie utilizada como bioindicadora da presença do picloram. A espécie Eleusine coracana mostrou ter capacidade de remediar solos contaminados com o herbicida picloram. A partir de 172 plantas m-2, aumentos na densidade populacional da espécie fitorremediadora não proporcionaram redução de carryover do herbicida picloram sobre a cultura da soja semeada em sucessão.The long-term residual effect of the herbicide picloram poses risks of leaching and phytotoxicity to successive crops. Phytoremediation can abbreviate the long carryover effect. This research was carried out from September 2006 to February 2007, under green house conditions, in Rio Verde, Goiás, Brazil, to study the influence of Eleusine coracana population density on phytoremediation of soil contaminated with picloram. The treatments consisted of the combination of four Eleusine coracana population densities (0, 7, 14

  1. Variabilidade espacial de atributos de solo e de Crotalaria juncea L. em área severamente erodida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. A. C. Salviano

    1998-03-01

    Full Text Available O trabalho foi desenvolvido numa área de produção comercial de cana-de-açúcar, situada no município de Piracicaba (SP, numa associação de Podzólico Vermelho-Amarelo + solo litólico, no período de novembro de 1994 a março de 1995. Essa área vem sendo explorada com cana-de-açúcar há, aproximadamente, 30 anos e apresentava diversos sulcos de erosão. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a variabilidade espacial de atributos de crotalária juncea (Crotalaria juncea L. e de solo em uma área sob condições de erosão severa. A área foi arada e gradeada com incorporação de 4 t ha-1 de calcário, antes da semeadura a lanço de 30 kg ha-1 de semente de crotalária juncea. Uma parcela de 50 x 70 m foi amostrada de acordo com uma malha de 5 por 5 m, totalizando 140 pontos. Foram avaliados atributos químicos do solo superficial (0,00-0,20 m e subsuperficial (0,20-0,40 m, sua granulometria e a espessura de solo remanescente (ES - definida como a camada do solo acima do horizonte C, além da produtividade de matéria seca (MS e altura da crotalária juncea (ALTPL. Os valores de atributos maiores ou menores que quatro desvios-padrões da média foram descartados. A colheita da parte aérea da crotalária foi realizada no início de sua floração, em miniparcelas de 2 x 2,5 m, e calculada a matéria seca. A dependência espacial dos atributos estudados foi avaliada por semivariogramas escalonados. Esses apresentaram dependência espacial, com exceção do P (0,00-0,20 m e K nas duas camadas. Os atributos puderam ser agrupados em três categorias homogêneas quanto ao alcance do semivariograma: atributos químicos do solo (12 a 32 m < componentes de planta (25 a 32 m < frações granulométricas (32 a 42 m. Os atributos que melhor explicaram a produtividade da crotalária juncea foram H + Al, valor T e saturação por bases.

  2. Frações oxidáveis do carbono orgânico total e macrofauna edáfica em sistema de integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Itaynara Batista

    2014-06-01

    Full Text Available O crescente nível de degradação das terras tem promovido a adoção de manejos agrícolas que busque aliar a produção agropecuária à conservação do solo. Entre esses, a prática da Integração Lavoura-Pecuária (ILP tem intensificado-se no Centro-Oeste brasileiro. Com o objetivo de avaliar o efeito em longo prazo do sistema ILP e da sazonalidade, sob a comunidade da macrofauna edáfica e das frações oxidáveis do carbono orgânico total (COT em áreas de cultivo e Cerradão, foi desenvolvido na Fazenda Cabeceira no município de Maracaju, MS, um estudo em que se mensurou a influência da ILP sobre as frações oxidáveis do COT e sobre a macrofauna edáfica. O sistema ILP está sendo utilizado nessa área desde 2003; o solo foi identificado como Latossolo Vermelho, localizado em área de relevo plano. As áreas amostradas possuem o seguinte histórico: soja/milho + braquiária/algodão/ aveia + pastagem/soja/formação da pastagem/pastagem; as amostragens foram realizadas na época seca, em que as culturas presentes eram pasto, milho+braquiária e algodão; e na chuvosa, com milho+braquiária, algodão e soja. Assim, as áreas nas duas épocas de avaliação foram: pasto/milho, milho+braquiária/ algodão, algodão/soja e uma área nativa de Cerradão. A amostragem foi realizada nas profundidades de 0-10, 10-20 e 20-30 cm, sendo feitas as seguintes determinações: análise da macrofauna edáfica, fracionamento granulométrico da matéria orgânica do solo (MOS e frações oxidáveis do COT. As áreas não apresentavam delineamento experimental, sendo este um estudo de observação. Os dados foram comparados pelo teste de Kruskal Wallis a 5 % e por meio da análise de redundância. A compartimentalização da MOS pode ser utilizada para a avaliação da qualidade do manejo, sendo os compartimentos mais sensíveis as frações F1 e F2 de frações oxidáveis, pois são mais lábeis no solo, já as frações F3 e F4 são as mais

  3. RELAÇÃO ENTRE DENSIDADE DO SOLO E CONTEÚDO DE ÁGUA EM REPETIDOS CICLOS DE CONTRAÇÃO E EXPANSÃO EM UM LATOSSOLO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Ivonir Gubiani

    2015-02-01

    Full Text Available A compactação do solo é uma consequência indesejável do uso agrícola do solo, sobretudo em sistemas de cultivo com mínimo revolvimento do solo, como é o caso do plantio direto (PD. Contudo, a compactação que o tráfego de máquinas causa no solo sob PD não inviabiliza a produção das culturas, indicando que mecanismos intrínsecos a ele promovem reversão da compactação. Neste estudo, avaliou-se a influência de ciclos de contração e expansão sobre a densidade do solo (ρ de um Latossolo Vermelho argiloso (0,57 kg kg-1 de argila e 0,12 kg kg-1 de areia e a mudança temporal da ρ no campo. Amostras de solo foram compactadas no laboratório até atingirem ρ de 1464 kg m-3 e submetidas a cinco ciclos de contração (secagem ao ar e expansão (saturação. Durante a contração, foi monitorado o conteúdo gravimétrico de água e a ρ. A ρ foi medida também no campo, nos anos de 2010, 2011 e 2013. O decréscimo do conteúdo de água nas amostras provocou aumento da ρ conforme uma função sigmoide com duas assíntotas, e o aumento da ρ foi expressivo em conteúdos de água menores que o do ponto de murcha permanente (1,5 MPa. Embora tenha havido aumento da ρ durante a contração, os sucessivos eventos de contração e expansão reduziram gradativamente a ρ de 1713 para 1570 kg m-3 (final da contração, e de 1464 para 1385 kg m-3 (próximo à saturação. Em solo compactado no campo também foi verificado a variação decrescente de ρ (de 1406 para 1327 kg m-3 a uma taxa de -26 kg m-3 ano-1. Concluiu-se que a diminuição do grau de compactação no campo está ligada em grande parte ao mesmo mecanismo que diminuiu o grau de compactação das amostras no laboratório. Assim, no solo usado neste estudo, a contração e expansão conseguiram reverter grande parte da compactação que o tráfego de máquinas causa nele.

  4. Distribuição espacial e lixiviação natural de sais em solos do Perímetro Irrigado Califórnia, em Sergipe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo S. Resende

    Full Text Available RESUMO Em regiões áridas e semiáridas do planeta, a elevada demanda evaporativa e as características pedogenéticas dos solos, associadas a deficiências no sistema de drenagem de alguns perímetros irrigados, contribuem para um elevado potencial de salinização desses solos. Assim, constituíram objetivos deste estudo determinar o grau de salinização na área irrigada e avaliar o processo de acumulação de sais no período seco e o potencial de lixiviação destes pela água das chuvas no Perímetro Irrigado Califórnia, em Sergipe. Medidas da condutividade elétrica do extrato de saturação do solo (CEes, em dS m-1 a 25 ºC, foram efetuadas no início e final do período chuvoso dos anos de 2008 e 2009. A densidade amostral foi igualmente distribuída em toda área do Perímetro. Os dados foram submetidos à análise geoestatística e gerados mapas da distribuição espacial da CEes por meio do programa ArcGis®. Os valores médios da CEes obtidos revelaram que, apesar da prática de agricultura irrigada intensiva por longo período, o processo de acumulação de sais não foi significativo, tanto na camada superficial (0-0,20 m quanto em subsuperfície (0,20-0,40 m. Os valores médios da CEes em superfície variaram de 0,47 a 1,10 dS m-1, ficando abaixo de valores da salinidade limiar para a maioria das culturas anuais e perenes.

  5. Uso de metodologia participativa na obtenção de indicadores da qualidade do solo em Mossoró-RN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Eduardo Vieira de Arruda

    2013-03-01

    Full Text Available A metodologia participativa possibilita ao produtor rural de baixa renda a obtenção rápida e de forma confiável dos indicadores de qualidade do solo, auxiliando manter a sustentabilidade do agroecossistema. O presente trabalho tem por objetivo geral analisar a qualidade de solos preservados e degradados em Mossoró-RN utilizando metodologia participativa de baixo custo e fácil execução. Para tal, foram analisadas áreas degradas e preservadas do Parque Zoobotânico e Assentamento Mulunguzinho em Mossoró-RN. Foram escavadas trincheiras de 0,50 m x 0,50 m x 0,50 m de forma a visualizar a profundidade do horizonte A do solo de áreas degradas e preservadas. Um grupo com seis avaliadores aplicou a metodologia participativa com os seguintes indicadores: estrutura, compactação, erosão, microrganismos, matéria orgânica, organismos, retenção de água, cobertura e profundidade do horizonte A. Os indicadores foram obtidos da média de três repetições nas áreas degradas e preservadas, sendo posteriormente expressos em tabelas e gráficos tipo “teia”. De acordo com os resultados obtidos conclui-se que a metodologia participativa para avaliação da qualidade do solo é uma ferramenta de baixo custo e fácil aplicação que possibilita o fortalecimento do conhecimento do produtor rural e permite a troca de conhecimentos entre pesquisadores e agricultores; nas áreas degradadas avaliadas tanto do Parque Zoobotânico quanto no Assentamento Mulunguzinho os indicadores que mais penalizaram a média geral dos indicadores foram compactação e estrutura, indicando a necessidade de incorporação de matéria orgânica para atingir os limites aceitáveis de sustentabilidade em agroecossistemas; e os indicadores das áreas preservadas foram sempre superiores aos das áreas degradadas em maior presença de matéria orgânica que propicia melhoria da estrutura, compactação, biologia (macro e microrganismos e retenção de água no solo. Normal

  6. Sistemas de cultivo de arroz irrigado e a compactação de um Planossolo Tillage systems of irrigated rice and compaction of a Planosol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alceu Pedrotti

    2001-04-01

    Full Text Available Em 1993 foi avaliada a compactação de um Planossolo cultivado sob diferentes sistemas de manejo, medindo-se a densidade do solo, por meio do método do anel volumétrico, em três camadas de solo. Os tratamentos consistiram de seis sistemas de manejo, selecionados de um experimento conduzido na Embrapa-Centro de Pesquisa Agropecuária de Clima Temperado, desde 1985. Observaram-se, de maneira geral, valores altos de densidade do solo; na primeira camada de solo (0-10 cm o sistema que apresentou o menor valor foi o cultivo de arroz em plantio direto sob a resteva do azevém e nos sistemas que envolvem maior mobilização do solo (arroz contínuo e rotação arroz-soja-milho os valores de densidade do solo foram maiores em relação aos sistemas de preparo reduzido do solo (azevém x arroz plantio direto e soja x arroz plantio direto. Ocorreu maior compactação, em relação à primeira camada, na camada intermediária (1020 cm, em todos os sistemas de cultivo, exceto no sistema de rotação arroz-soja-milho, no qual não houve diferença de densidade entre as camadas de solo.In 1993, it was evaluated the compaction of a Planosol (Albaqualf submitted to different tillage systems, measuring soil density through the volumetric ring method, in three layers. Treatments consisted of six tillage systems selected from an experiment conducted at Embrapa-Centro de Pesquisa Agropecuária de Clima Temperado, Pelotas, RS, Brazil, since 1985. High soil density values were obtained; in the first layer (0-10 cm, the no-tillage rice cultivation on the rye-grass straw was the system with the lowest value. The systems that involved more soil mobilization (rice continuous and rotation rice-soybeans-maize resulted in higher soil density values compared to the reduced preparing systems (rye-grass x rice in zero tillage and soybean x rice in zero tillage. Compacted structures were identified in the intermediate layer (10-20 cm in all tillage systems, except for the

  7. ESTRUTURA DO SOLO SOB FEIJÃO IRRIGADO E DIFERENTES MANEJO DO SOLO

    OpenAIRE

    Lorena Adriana de Gennaro; Zigomar Menezes de Souza; Laura Fernanda Simões da Silva; Miguel Cooper; Milton César Costa Campos

    2015-01-01

    O manejo agrícola influencia a estrutura do solo, modificando os atributos físicos e o comportamento hídrico do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da semeadura direta (SD) e do preparo convencional (PC) sobre a estrutura do solo, por meio de atributos físicos e da distribuição dos poros, utilizando imagens digitais 2-D. O estudo foi realizado em um Latossolo Vermelho distroférrico com delineamento de blocos casualizados. A densidade do so...

  8. Determinação do ponto de carga zero em solos Determination of the zero point of charge in soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo van Raij

    1973-01-01

    Full Text Available São apresentados os fundamentos e dois métodos de determinação do ponto de carga zero (PCZ em solos. Por um dos métodos o PCZ foi determinado como sendo o pH do ponto de cruzamento de curvas de titulação dos solos em soluções de NaCl 1; 0.1; 0 01; c 0,001N. Pelo outro método o PCZ foi determinado por extrapolação ou interpolação da carga líquida dos solos, determinada por retenção de íons em soluções de NaCl 0,2N, CaCl2 0,01N e MgSO4 0,01N, ao valor de pH em que a carga líquida era nula.The zero point of charge (ZPC of soils was determined by the crossing point of acid-base potenciometric titration curves in different concentrations of NaCl. Alternatively, the ZPC was found by extrapolating or interpolating the net electric charge of soils, determined by direct adsorption of ions from solution of NaCl, CaCl2 and MgSO4, to the pH of charge zero.

  9. GERAÇÃO DE DRENAGEM ÁCIDA E DE CONTAMINAÇÃO POR METAIS PESADOS EM PERFIS DE SOLOS CONSTRUÍDOS EM ÁREA DE MINERAÇÃO DE CARVÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dioni Glei Bonini Bitencourt

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Os solos construídos após a extração de carvão a céu aberto são compostos do solo superficial e, ou, do estéril de mineração. As propriedades químicas desses solos diferem das propriedades dos solos naturais, principalmente em razão do processo de sulfurização. O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de acidificação da pirita e de contaminação com metais pesados ao longo de perfis de solos construídos após mineração de carvão, em áreas de diferentes idades, com e sem recuperação ambiental concomitante com a lavra. Foram selecionadas áreas mineradas denominadas de I e II, sem recuperação ambiental durante a lavra e compostas somente pelo estéril de mineração, representando as áreas mais antigas, e IV e VII, contendo topsoil e em alguns locais na camada de argila, constituindo as áreas mais jovens deste estudo. Foram coletadas amostras deformadas até 2 m de profundidade. Analisaram-se granulometria, densidade de partículas, pH em água, Ca, Mg, Al, K, Na, P, H+Al, potencial de acidificação, potencial de neutralização, potencial líquido, teor de C orgânico e condutividade elétrica no extrato da pasta saturada. Também foram extraídos os metais potencialmente biodisponíveis pela metodologia USEPA 3050B, cujos resultados foram comparados com os valores orientadores de prevenção e investigação para solos. Na análise univariada, foi aplicada a estatística descritiva e o teste de aderência de Kolmogorov-Smirnov. O grau de dispersão de cada variável foi avaliado qualitativamente e classificado como: baixo, moderado ou alto. A análise multivariada de componentes principais foi realizada para os solos construídos das áreas I, II, IV e VII; posteriormente, foram construídos biplots dos primeiros componentes principais. Os solos construídos das áreas mais antigas evidenciaram menores pHs e significativo potencial de acidificação. As camadas superficiais detopsoil, dos solos das

  10. Potassium as topdressing in maize and the residual effects on soybean grown in succession= Potássio em cobertura no milho e efeito residual na soja em sucessão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago de Lisboa Parente

    2016-10-01

    Full Text Available Potassium (K is the second most-extracted nutrient by the majority of agricultural crops, and can influence fruiting, grain weight and other physiological processes. However, there are still questions regarding possible residual effects in areas of direct seeding. The aim of this study therefore, was to evaluate the immediate effects of K on second-crop maize, and the possible residual effect on soybean crops grown in succession under a no-tillage system. The experimental design was of randomised blocks with nine doses of K2 O as topdressing (0, 15, 30, 45, 60, 75, 90, 120 and 150 kg ha-1, in the form of KCl applied in the V6 vegetative growth stage of the maize, with four replications. The study was carried out in an area of Cerrado, with soybean grown in succession. Morphological and production characteristics were evaluated in the two crops. There was an increase in maize productivity up to the dose of maximum technical efficiency, 89 kg ha-1 K2 O, and in the soybean, up to 80 kg ha-1, in addition to the increase in the number of pods per plant and thousand grain weight. The results therefore, demonstrate the residual effect of K in soybean crops grown in succession. = O potássio (K é o segundo nutriente mais extraído pela maioria das culturas agrícolas, podendo influenciar na frutificação, peso de grãos e em outros processos fisiológicos. No entanto, ainda há questionamentos quanto ao seu possível efeito residual em áreas de plantio direto. Assim, objetivou-se com esse trabalho avaliar a eficiência imediata do K no milho, segunda safra, e o possível efeito residual na cultura da soja cultivada em sucessão no sistema plantio direto. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com nove doses de K2 O em cobertura (0, 15, 30, 45, 60, 75, 90, 120 e 150 kg ha-1 na forma de KCl, aplicadas no estádio vegetativo V6 no milho, com quatro repetições. O estudo foi desenvolvido em área de Cerrado. Foram avaliados os caracteres

  11. Características químicas de solo e rendimento de massa seca de milho em função do método de aplicação de fosfatos, em dois níveis de acidez

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P. R. Ernani

    2001-12-01

    Full Text Available Apesar da baixa mobilidade do P no solo, os fertilizantes fosfatados estão sendo aplicados sobre a superfície, em alguns sistemas de cultivo. Pouco se conhece sobre a eficiência dessa forma de aplicação, a qual pode ser influenciada pela característica dos fosfatos e pelo pH do solo. Este trabalho objetivou avaliar o efeito do método de aplicação (superficial ou incorporado de alguns fertilizantes fosfatados (diamônio fosfato - DAP, superfosfato triplo e fosfato natural ARAD, em dois valores de pH (com e sem calcário, em algumas características químicas do solo e no rendimento de massa seca de milho. Cultivou-se milho durante 21 dias, em câmara de crescimento, em unidades experimentais com 3,0 kg de solo (base seca. Na ausência de calcário (pH 4,7, a aplicação dos fosfatos na superfície do solo proporcionou maiores rendimentos de massa seca e maior absorção de P pelo milho do que a incorporação dos fosfatos, sendo o DAP o fertilizante mais eficiente. Na presença de calcário (pH 5,7, não houve diferença entre os métodos de aplicação, e os maiores rendimentos foram obtidos com as fontes solúveis. A aplicação dos fosfatos na superfície do solo aumentou a concentração de P até 3 cm de profundidade. Na ausência de déficit hídrico, o milho foi eficiente em absorver o P aplicado sobre a superfície do solo a partir de fontes solúveis em água, mesmo tendo havido baixa mobilidade vertical do nutriente.

  12. Sorção-dessorção do fungicida clorotalonil em solos com diferentes teores de matéria orgânica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. B. Regitano

    2002-03-01

    Full Text Available A cinética e a sorção de pesticidas em solos permitem predizer a velocidade com que esta reação atinge o equilíbrio e investigar os possíveis mecanismos envolvidos durante a reação. Portanto, esses processos são fundamentais para que se possa compreender o destino dos pesticidas no solo. Este trabalho teve por objetivo estudar a sorção e a cinética do fungicida clorotalonil em cinco solos com diferentes teores de matéria orgânica do estado de São Paulo: Neossolo Quartzarênico órtico (RQo, Latossolo Vermelho distroférrico (LVdf-1 e LVdf-2, Latossolo Vermelho perférrico (LVj e Gleissolo (G. Nestes estudos, foi utilizado traçador radioativo, ou seja, 14C-clorotalonil, e a radioatividade foi detectada por espectrometria de cintilação líquida. Os ensaios foram realizados em sala climatizada (25±2ºC, em ambiente escuro. O ensaio de cinética constou de oito períodos de equilíbrio: 0; 0,5; 1,0; 2,0; 4,0; 8,0; 12,0 e 24,0h; sendo que nas amostras que atingiram equilíbrio (24h foram realizados os testes de dessorção, em quatro etapas subseqüentes. Nos estudos de isotermas de sorção, as concentrações de clorotalonil empregadas situaram-se entre 0,05 e 0,76µgmL-1. O modelo matemático de Elovich foi ajustado aos resultados do estudo de cinética e o modelo de Freundlich foi ajustado aos resultados do estudo de isoterma de sorção. Observou-se elevada sorção de clorotalonil nos solos estudados, exceto no solo arenoso com baixo teor de matéria orgânica (RQo. A sorção do clorotalonil relacionou-se positivamente com a matéria orgânica do solo. A cinética de sorção desse fungicida envolveu duas fases, uma imediata, de maior relevância quantitativa, e outra mais lenta. Esses resultados mostram que uma pequena fração do clorotalonil aplicado ao solo estaria disponível para ser lixiviado ao lençol freático, mas atenção especial é necessária quando ele é aplicado em solos arenosos com baixo teor de mat

  13. Fungos micorrízicos arbusculares em solos de área de mineração de bauxita em reabilitação

    OpenAIRE

    Melloni, Rogério; Siqueira, José Oswaldo; Moreira, Fátima Maria de Souza

    2003-01-01

    Apesar de a mineração de bauxita causar grandes alterações nas características do solo, com efeitos negativos nas micorrizas arbusculares, os efeitos da reabilitação de áreas mineradas sobre os fungos micorrízicos arbusculares (MA) e sua simbiose são pouco conhecidos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ocorrência, diversidade e eficiência dos fungos MA, em áreas de mineração de bauxita, com diferentes tipos de vegetação e idades de reabilitação. Amostras de solo da rizosfera foram coleta...

  14. Desempenho de plantas de soja em função do vigor das sementes e do estresse hídrico em Balsas/MA

    OpenAIRE

    RODRIGUES, Denilson da Silva

    2013-01-01

    O trabalho teve como objetivo avaliar características agronômicas e o rendimento de populações de soja oriundas de sementes de diferentes níveis de vigor determinado pelo método de envelhecimento acelerado, em duas épocas de semeadura. A primeira época logo após as primeiras chuvas, para que o campo passasse por um período de estresse hídrico e a segunda época após as chuvas terem se estabilizado e que tivesse suficiência hídrica. Foram utilizados dois lotes de sementes de alto vigor, um de 9...

  15. Radiation balance in a soybean ecosystem in the Amazon Balanço de radiação em ecossistema de soja na Amazônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Jorge de Oliveira Ponte de Souza

    2010-12-01

    Full Text Available The continuous advance of the agricultural border in the Amazon has been worrying the scientific community due to the possible environmental impacts caused by this change in land use. The present work evaluated the behavior of the radiation balance components over the soybean crop (Glycine Max (L. Merryl in an Amazon area of continuous advance of the agricultural border. The radiation components were continuously monitored during the soybean cycle in 2006 and 2007 in an area of 200 ha. The soybean cultivation in the Amazon presented an abrupt change in the radiation balance components, with the consequent reduction in the energy available to the environment due to the increase in the surface reflection. There was a significant contribution of the diffuse radiation component in the soybean interception during cloudy conditions, even under incomplete canopy covering. Moreover, after the canopy closure, a similar interaction between soybean and solar radiation occurs, regardless of the cloud condition.O avanço da fronteira agrícola na Amazônia, da forma como vem sendo realizado, tem deixado a comunidade cada vez mais preocupada ante os possíveis impactos ambientais decorrentes desta mudança no uso da terra, devido à grande importância que a Amazônia representa para o clima global. Neste trabalho avaliaram-se os componentes do balanço de radiação à superfície, ao longo do ciclo da soja (Glycine Max (L. Merryl, em uma área de avanço da fronteira agrícola na Amazônia. Os componentes do balanço de radiação foram monitorados continuamente durante o ciclo da soja, em 2006 e 2007, em uma área de 200 ha de extensão. O monocultivo da soja na Amazônia apresentou uma contínua mudança nos componentes do balanço de radiação, tendo como consequência uma redução na energia disponível para o ambiente devido o aumento na reflexão da superfície. Observou-se uma importante contribuição da radiação solar difusa na intercepta

  16. Estudo da oxidação dos óleos de soja e dendê aditivados com antioxidantes para uso em tratamentos térmicos de têmpera

    OpenAIRE

    Gabriela Belinato

    2010-01-01

    No presente trabalho são relatados os resultados obtidos de ensaios de ressonância magnética nuclear, número de acidez, índice de iodo, índice de saponificação, calorimetria exploratória diferencial com pressão (PDSC), viscosidade e curvas de resfriamento para dois tipos de óleos vegetais, o de soja e o de dendê. Esses ensaios foram efetuados em amostras de óleos puras e também em formulações com diferentes antioxidantes em diferentes concentrações em massa. Basicamente duas situações foram a...

  17. Metais pesados, densidade e atividade microbiana em solo contaminado por rejeitos de indústria de zinco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H. E. Dias-Júnior

    1998-12-01

    Full Text Available As atividades relacionadas com mineração e indústria metalúrgica são responsáveis pela poluição de extensas áreas de solo em todo o mundo, sendo seus efeitos ainda pouco conhecidos nas condições brasileiras. No presente trabalho, os teores totais e solúveis em água de metais pesados, a densidade e a atividade microbiana foram avaliados em 1996, em sete locais de uma área de deposição de rejeitos da industrialização de zinco, em elevado estádio de degradação, e num local fora da área contaminada, considerado como referência, no estado de Minas Gerais. Todos os locais contaminados apresentaram elevados teores de metais pesados totais e solúveis em água, atingindo, respectivamente, os seguintes valores máximos, em mg kg-1: 11.969 e 726 de Zn; 109 e 18 de Cd; 1.016 e 0 de Pb e 887 e 8 de Cu. Todas as características biológicas avaliadas foram afetadas pelos elevados teores de metais com exceção do número de amonificadores. O C-biomassa apresentou redução acima de 80% em quatro locais contaminados em relação ao local fora da área contaminada. A respiração basal do solo foi maior no local contaminado coberto com Andropogon sp. e menor nos sítios sem vegetação. O número de actinomicetos e de fungos cultiváveis foi menos afetado pela contaminação que o número total de bactérias. Azospirillum spp. foram detectados apenas no local de referência. Oxidantes de amônio foram verificados em somente dois locais que continham vegetação, enquanto os oxidantes de nitrito foram detectados na maioria dos locais amostrados. Verificou-se a tendência de maior densidade e atividade microbiana nos locais contaminados e com algum tipo de vegetação. A concentração total e solúvel de Zn, de Cd e de Cu correlacionou-se fracamente com as características biológicas, exceto para o qCO2, o qual se mostrou promissor como indicador da contaminação com esses metais. Os dados indicaram uma interação qu

  18. Integrando SIG e USLE para mapeamento da perda de solo em área de proteção ambiental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Jorge Corrêa Magalhães Filho

    2014-04-01

    Full Text Available O uso de geotecnologias no planejamento ambiental tem sido instrumento amplamente utilizado. Nesse estudo utilizou-se de um Sistema de Informações Geográficas (SIG e da Linguagem Espacial para Geoprocessamento Algébrico (LEGAL para o processamento da Equação Universal de Perda de Solos (USLE, para avaliação dos processos erosivos em área de proteção ambiental. Embora a USLE tenha o objetivo quantitativo de estimar a perda anual média de solo por erosão hídrica, o trabalho utilizou-se de dados para mapeamento das áreas vulneráveis ao processo erosivo. O uso integrado de SIG com a USLE facilita o planejamento e a tomada de decisões na proposição de medidas adequadas no plano de manejo para promover a conservação da água e do solo em unidades de conservação ambiental.

  19. Accelerated aging and seedling field emergence in soybean Envelhecimento acelerado e emergência de plântulas de soja em campo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reynaldo Melo Torres

    2004-10-01

    Full Text Available Information regarding the relationship between laboratory seed vigor testing and seedling field emergence is very important to estimate seed performance after sowing and help producers adopt the best procedures to improve stand establishment. The objective of the present study was to relate accelerated aging (AA test results to soybean [Glycine max (L. Merrill] seedling field emergence results based on data obtained over three agricultural years. The following evaluations were made: seed water content, standard germination, accelerated aging, electrical conductivity, and seedling field emergence. There was a close association between planting environmental conditions, seed physiological quality and seedling field emergence. The most accurate predictions were obtained for AA values > 90%, when field emergence was higher than 80% (r² = 0.90. Based on the results it was concluded that the AA test provided an accurate estimate of field emergence of soybean seedlings. However, as seedbed environmental conditions became less favorable, the ability of the AA test to estimate field performance significantly decreased.Informações sobre a relação entre resultados de testes de vigor conduzidos em laboratório e da emergência de plântulas em campo são fundamentais para a tomada de decisões pelos produtores de sementes. O presente trabalho teve por objetivo verificar a associação entre os resultados do teste de envelhecimento acelerado e a emergência de plântulas de soja [Glycine max (L. Merrill] em campo, em diferentes safras agrícolas e épocas de semeadura. Assim, foram efetuadas as seguintes avaliações: determinação do grau de umidade das sementes; testes de germinação, de envelhecimento acelerado e de condutividade elétrica, bem como emergência de plântulas em campo. A estimativa mais precisa do desempenho das plântulas em campo foi verificada numa faixa de valores de envelhecimento acelerado > 90%, estimando emergência em campo

  20. Banco de sementes do solo de uma Floresta Estacional Semidecidual, em Viçosa, Minas Gerais.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juvenal Pinheiro Batista Neto

    2010-08-01

    Full Text Available Avaliou-se quantitativa e qualitativamente a florística do banco de sementes do solo de um fragmento de Floresta Estacional Semidecidual Montana, no município de Viçosa, MG. No final da estação chuvosa (março/2004, foram coletadas duas amostras de solo de 20 x 15 cm, com 5 cm de profundidade, no centro de seis subparcelas contíguas de 10 x 20 m, em dez parcelas permanentes de 20 x 60 m, em dez locais, totalizando 120 amostras (3,6 m2. As amostras de solo foram colocadas em estruturas de sombreamento de 11,5 % e 60 %, e as sementes germinadas foram identificadas em graminóides, herbáceo-cipós, arbustivas e arbóreas. Foram registradas 3.416 sementes germinadas, sendo 30,2 % graminóides, 29,2 % herbáceo-cipós, 17,5 % arbustivas e 23,1 % arbóreas, estas duas últimas distribuídas em 17 famílias, 25 gêneros e 31 espécies. Melastomataceae, Cecropiaceae e Piperaceae contribuíram com 31,8 %, 10,0 % e 8,8 % do total de espécies, respectivamente, sendo que Miconia cinnamomifolia e Leandra purpurascens foram responsáveis por 59,3 % das sementes arbustivo-arbóreas germinadas. As pioneiras se destacaram com 61,3 % das espécies e 88,5 % das sementes germinadas. Não foram registradas espécies secundárias tardias. A densidade média de sementes germinadas para todos os hábitos e locais foi de 949 sementes/m2. O número de espécies e de sementes germinadas do grupo arbustivo-arbóreo diferiu significativamente pelo teste Kruskal-Wallis (P ≤ 0,05 entre os locais estudados. Esses resultados indicam que, no banco de sementes do solo, há predomínio de espécies pioneiras que são importantes para a sucessão em clareiras ou após o corte da floresta. Porém, esse estoque de sementes não é suficiente para a continuidade do processo de sucessão, que inclui o estabelecimento de maior proporção de espécies secundárias iniciais e tardias. Isso indica que há necessidade de um manejo adequado do banco de pl

  1. Influência da queima controlada no pH do solo em povoamentos de Pinus spp, na região de Sacramento, MG.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Gomes Neto

    2009-09-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 O objetivo do presente trabalho foi estudar a influência da queima na variação do pH em solo com povoamento de Pinus caribaea Morolet var. hondurensis e Pinus oocarpa Schiedler. A pesquisa desenvolveu-se na região de Sacramento, Minas Gerais, em latossolo vermelho-amarelo, fase argilosa. Foram selecionados 2 talhões (250 x 600 m para cada espécie, demarcados por aceiros e queimados em dois períodos, às 10 e 16 horas, segundo a técnica de queima contra o vento. As áreas experimentais foram divididas em 8 parcelas, por espécie, em um delineamento completamente ao acaso. A coleta dos dados foi feita antes, imediatamente após, 7 meses e 14 meses após a queima em perfis de solo de 0-50 cm, abertos na interseção entre linhas e filas das árvores. Foram coletadas amostras da serrapilheira e de solo a várias profundidades. Verificou-se que após a queima, o pH em cloreto de potássio teve uma ligeira elevação, estabilizando-se até o final do período, em ambas as espécies estudadas. Para o pH em água, houve também uma ligeira elevação após a queima no Pinus oocarpa e um aumento significativo no final do período, para ambas espécies estudadas.

  2. AVALIAÇÃO DAS PERDAS DE NITRATO EM SOLO IRRIGADO À DIFERENTES QUANTIDADES DE RADIAÇÃO SOLAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Sarolli Silva

    1999-04-01

    Full Text Available RESUMO Estudou-se o efeito da irrigação e da incidência diferenciada da radiação solar em uma bacia hidrográfica experimental, sobre um Latossolo Roxo distrófico, enriquecido com efluente de biodigestor anaeróbio, fonte de matéria orgânica, com o objetivo de acompanhar as perdas de nitrato causadas tanto pela lixiviação como pela diferentes microclimas no solo. Analisando-se os resultados obtidos, observou-se que a irrigação efetuada no período de 21 dias provocou uma grande perda de nitrato em todas as rampas estudadas. Com relação ao efeito da quantidade diferenciada de radiação solar incidente sobre a superfície do substrato (solo + efluente observou-se que esta causou variações nos valores de temperatura e umidade do solo, a ponto de definir diferentes ambientes e provocar perdas de nitrato mais acentuadas nas rampas com exposição norte.

  3. Adsorção e lixiviação de tebuthiuron em três tipos de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. Dornelas De Souza

    2001-12-01

    Full Text Available Estudou-se a adsorção do herbicida tebuthiuron em três solos de Ribeirão Preto (SP: Latossolo Vermelho distrófico (LVd, Latossolo Vermelho distroférrico (LVdf e Neossolo Quartzarênico (RQ. Ajustaram-se isotermas de adsorção por meio de quatro modelos: linear, Freundlich, Lambert e Langmuir, para duas profundidades: 0-10 cm e 10-20 cm. Nos três tipos de solo, o melhor ajuste foi obtido com o modelo de Freundlich, escolhido com base nos seguintes critérios estatísticos: quadrado do coeficiente de correlação entre valores observados e preditos (R², quadrado médio do erro (QME, dispersão de resíduos padronizados e gráficos de probabilidade normal. Os coeficientes de partição do herbicida calculados com base em todo o solo (Kd ou com base no seu teor de carbono orgânico (K OC ou de matéria orgânica (K OM variaram de 0,723 a 2,573; de 135,4 a 374,3 e de 78,4 a 218,3 L kg-1, respectivamente, tendo ocorrido correlação significativa entre os valores de Kd e teor de carbono orgânico dos solos e teor de argila. Efetuou-se um teste de lixiviação em colunas, no qual se observou movimento do herbicida até à profundidade de 60 cm no RQ, 20 cm no LVd e 10 cm no LVdf, verificando-se uma relação inversa entre a profundidade alcançada pelo produto e o valor de Kf de Freundlich utilizado como estimador de Kd.

  4. Espécies vegetais para cobertura do solo: influência sobre plantas daninhas e a produtividade do algodoeiro em sistema plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Cunha de Barcellos Ferreira

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar a produção, a persistência e os efeitos de coberturas vegetais sobre as plantas daninhas e a produtividade do algodoeiro em sistema plantio direto. Os tratamentos consistiram das espécies de cobertura: milheto (Pennisetum glaucum (L. R. Brown, Brachiaria ruziziensis Germain & Evrard, sorgo forrageiro (Sorghum bicolor L. Moench, capim-pé-de-galinha (Eleusine coracana L. Gaerth, Crotalaria juncea L., Crotalaria spectabilis Roth, aveia-preta (Avena strigosa Schreb., nabo forrageiro (Raphanus sativus L., P. glaucum + C. juncea, P. glaucum + C. spectabilis, B. ruziziensis + C. juncea, B. ruziziensis + C. spectabilis, S. bicolor + C. juncea, S. bicolor + C. spectabilis, E. coracana + C. juncea, E. coracana + C. spectabilis, A. strigosa + R. sativus, P. glaucum + R. sativus e pousio. As espécies foram semeadas no final do verão, após a colheita de soja, e o algodoeiro BRS 269-Buriti, nove meses após. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com quatro repetições. As espécies B. ruziziensis, B. ruziziensis + C. juncea, B. ruziziensis + C. spectabilis e P. glaucum + R. sativus produziram mais de 6,8 t ha-1 de biomassa seca. A palhada produzida pela B. ruziziensis garantiu boa cobertura do solo durante o ciclo do algodoeiro. A biomassa seca de B. ruziziensis, B. ruziziensis + C. juncea e B. ruziziensis + C. spectabilis reduziu a infestação de plantas daninhas até a época de semeadura do algodão e durante os estádios iniciais de seu desenvolvimento. Palhas de R. sativus e A. strigosa, solteiras e consorciadas, interferiram negativamente na produtividade do algodoeiro.

  5. Durabilidade de solos estabilizados quimicamente com vistas á aplicação em estradas florestais Durability of chemically stabilized soils for forest road applications

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Cardoso Machado

    2006-12-01

    Full Text Available Este artigo é direcionado à caracterização do parâmetro durabilidade de dois solos típicos da microrregião de Viçosa, Minas Gerais, para fins de aplicação em estradas florestais, considerando-se, para tanto, as seguintes condições: (a solos estabilizados com o resíduo industrial "grits"; (b solos melhorados com cal ou cimento; e (c solos estabilizados com grits e melhorados com cal ou cimento, a partir de resultados de ensaios de durabilidade por molhagem e secagem. Trabalhou-se com um solo residual maduro (solo 1 e um solo residual jovem de gnaisse (solo 2 da Zona da Mata Norte de Minas Gerais, Brasil. O programa de ensaios de laboratório envolveu: (a teor de grits: 24% calculado em relação ao peso de solo seco; (b teor de cal ou cimento: 10 e 20%, calculados em relação ao peso de grits seco; (c energias de compactação: referentes aos ensaios Proctor normal e modificado; e (d período de cura: sete dias em câmara úmida. Os resultados do programa de ensaios indicaram que: (a as misturas solo-cal, solo-cimento, solo-grits-cal e solo-grits-cimento, em ambas as energias empregadas, resistiram a todos os ciclos do ensaio de durabilidade por molhagem e secagem; (b a mistura solo 1 + grits + cal apresentou o melhor resultado, quando compactada na energia modificada, com perdas da ordem de 7%; com relação ao solo 2, o melhor resultado foi obtido quando se trabalhou com grits mais cimento, na energia modificada, com perdas da ordem de 9%; e (c sob o aspecto durabilidade, as misturas solo-grits só apresentam potencial para emprego como material de construção rodoviária quando melhoradas com cal ou cimento.This paper addresses the assessment of the durability properties of mixtures of two soils using laboratory wetting and drying durability tests for forest road applications, as follows: (a soils stabilization with the industrial waste grits; (b soil improvement using lime or cement; (c soil stabilization using grits, and soil

  6. Rugosidade superficial do solo formada por escarificação e influenciada pela erosividade da chuva Soil surface roughness formed by chiseling and affected by rainfall erosivity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Antonio Zoldan Junior

    2008-02-01

    Full Text Available A rugosidade superficial do solo é influenciada, entre outros fatores, pelo efeito residual de manejo do solo, pelo tipo de preparo e pela erosividade da chuva e, juntamente com a cobertura do solo por resíduos vegetais, influencia a erosão hídrica. O objetivo deste trabalho foi determinar, entre junho de 2005 e março de 2006, em um Nitossolo Háplico alumínico típico, o efeito de uma operação de escarificador e da erosividade de chuvas sobre a rugosidade superficial, nos seguintes sistemas de manejo do solo: preparo convencional sem cultivo do solo (SCE, preparo convencional com cultivo do solo (PCE, semeadura direta em solo nunca preparado e com resíduos queimados (SQE e semeadura direta tradicional (STE. Nos tratamentos PCE, SQE e STE, cultivaram-se aveia-preta, soja, ervilhaca comum, milho, aveia-preta, feijão preto, nabo forrageiro, soja, ervilhaca comum, milho e aveia-preta. Aplicaram-se cinco testes de chuva simulada, com 64 mm h-1 e duração de 20, 30, 40, 50 e 60 min cada um. Entre o segundo e o terceiro teste de chuva simulada ocorreram 57 mm de chuva natural; entre o terceiro e o quarto, 21 mm; e entre o quarto e o quinto, 30 mm. Determinou-se a rugosidade superficial imediatamente antes e logo após o preparo do solo com escarificador e imediatamente após cada teste de chuva simulada. A rugosidade original e linear da superfície do solo não foi influenciada pelo manejo, enquanto a rugosidade ao acaso teve essa influência, ao final de um pousio de seis meses. Diferentes sistemas de manejo do solo mantidos em pousio por seis meses resultaram em diferente rugosidade original, linear e ao acaso, quando o solo foi submetido à operação de escarificador. A rugosidade ao acaso foi menos influenciada pela declividade do terreno do que pelas marcas de preparo do solo, tendo diminuído com o aumento da erosividade das chuvas. Essa mesma rugosidade apresentou coeficiente de decaimento temporal semelhante nos sistemas de manejo

  7. VARIAÇÃO DA UMIDADE SUPERFICIAL DO SOLO EM PARCELAS EXPERIMENTAIS COM USO DE GEOTÊXTEIS BIODEGRADÁVEIS, UBERLÂNDIA – MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Fernando Rodrigues Bezerra

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo desse trabalho foi analisar a eficiência dos geotêxteis confeccionados artesanalmente com a fibra de buriti, na manutenção da umidade superficial do solo de uma área degradada, em parcelas experimentais na Fazenda Experimental do Glória, município de Uberlândia - MG. O monitoramento foi realizado entre 18/11/2005 e 30/03/2006. Foram construídas duas parcelas com 10 m2 cada (1m x 10m, uma com solo exposto (SE e outra com geotêxteis e gramíneas (GE, com 12º de declividade, sendo utilizados 40 geotêxteis. Uma fotocomparação das características da superfície das parcelas no período monitorado foi obtida a partir de 17 fotografias do mesmo ponto, com posterior classificação supervisionada. A determinação da umidade superficial em seis diferentes pontos longitudinais ao longo das duas parcelas foi realizada com o auxílio do medidor de umidade de campo marca Theta Probe. Para melhor compreensão da dinâmica da umidade superficial nas duas parcelas, o monitoramento desse parâmetro foi dividido em três etapas: 1. Geotêxteis; 2. Geotêxteis e Gramíneas; e 3. Gramíneas. Em relação aos resultados obtidos, verificou-se a diferença entre os dados de umidade superficial nas parcelas com solo exposto e solo com geotêxteis, sendo que essa diferença foi mais elevada na segunda etapa (geotêxteis e gramíneas chegando a 4,9% de volume, enquanto que na primeira etapa (geotêxteis a diferença está em torno de 4,3%. A terceira etapa (gramíneas obteve o valor médio de 3,5%, o menor valor de variação durante o monitoramento. A densidade da cobertura de gramíneas pode ter influenciado nesse resultado, uma vez que ocupou toda a superfície do solo, exigindo maior intensidade das chuvas para alcançar a superfície do solo na parcela, onde foram medidos os dados. Entretanto, a média total dos dados, demonstrou que na parcela com os geotêxteis, a umidade (15,5% foi superior a do solo exposto (11,1%.

  8. Comparação de soluções extratoras de ferro e manganês em solos da Amazônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigues Maria do Rosário Lobato

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi comparar soluções extratoras (Mehlich 1, Mehlich 3, DTPA-TEA de ferro e manganês em solos representativos da Região Amazônica. Foram determinadas as correlações desses micronutrientes nos solos com os teores e conteúdos na matéria seca da parte aérea de plantas de arroz de três cultivos sucessivos. Aplicou-se a técnica do diagnóstico por subtração, em delineamento em blocos casualizados com parcelas subdivididas. Foram utilizados os solos Podzol, Podzólico Amarelo, Podzólico Vermelho-Amarelo, Latossolo Amarelo, Latossolo Húmico e Aluvial, sob oito tratamentos: controle, completo e com omissão de um dos micronutrientes B, Cu, Fe, Mn, Mo e Zn. Osmicronutrientes e a calagem foram aplicados somente antes do primeiro cultivo. A primeira colheita foi realizada aos 58 dias, a segunda aos 68 e a terceira aos 70 dias após a emergência das plântulas. A solução extratora Mehlich 3 apresentou a maior correlação com o teor de micronutrientes na planta. O melhor coeficiente de determinação foi observado entre as soluções Mehlich 1 e Mehlich 3 quanto aos teores de Fe extraídos dos solos Podzol, Aluvial e Podzólico Vermelho-Amarelo. Com relação ao Mn trocável, os três extratores mostraram-se eficientes na determinação do elemento nos diferentes solos, apresentando coeficientes de determinação significativos entre si.

  9. Mobilidade e persistência de herbicidas aplicados em pré-emergência em diferentes solos Mobility and persistence of herbicides applied in pre-emergence on different soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A. Monquero

    2008-06-01

    Full Text Available O objetivo deste ensaio foi verificar a mobilidade e persistência de herbicidas aplicados em pré-emergência em diferentes solos e quantidades de palha de cana-de-açúcar. Os herbicidas ametryn + clomazone (1.500 + 1.000 g i.a. ha-1, isoxaflutole (187,5 g i.a. ha-1 e diuron + hexazinone (1.170 + 330 g i.a. ha-1 foram aplicados em solo com textura argilosa e média nas seguintes condições: aplicação sobre 10 e 15 t ha-1 de palha com posterior simulação de chuva; simulação de chuva sobre o solo seguida da aplicação dos herbicidas, sendo coberto posteriormente com palha seca (10 t ha-1; aplicação dos herbicidas no solo sem palha; e testemunha. Aos 10, 20, 40 e 60 dias após aplicação dos herbicidas (DAA, foram semeados como bioindicadores sorgo e pepino, que foram avaliados com relação à fitotoxicidade aos 21 dias após emergência. A mistura ametryn + clomazone aplicada diretamente no solo controlou o bioindicador até 40 DAA, entretanto, após esse período, o efeito residual foi menor. A palha de cana-de-açúcar afetou negativamente o desempenho deste produto. O herbicida isoxaflutole aplicado diretamente no solo apresentou efeito residual até 60 DAA, com 82,5 e 77,5% de controle do bioindicador, em solos com textura argilosa e média, respectivamente; a presença de 10 e 15 t ha-1 de palha não alterou sua eficácia até 20 DAA. Para diuron + hexazinone aplicados no solo sem a presença de palha, verificou-se persistência até 60 DAA, principalmente em solo com textura argilosa; a deposição de 15 t ha-1 de palha reduziu a eficácia desta mistura.The objective of this work was to verify the mobility and persistence of herbicides applied in pre-emergence on different soils and amounts of sugarcane straw. The herbicides ametryn + clomazone (1,500 + 1,000 g i.a. ha-1, isoxaflutole (187,5 g.i.a. ha-1 and diuron + hexazinone (1,170 + 330 g i.a. ha-1 were applied in soil with clayey and medium texture under the following

  10. DATAS DE SEMEADURA PARA O CULTIVO EM SUCESSÃO SOJA-MILHO SAFRINHA BASEADAS NA PRODUTIVIDADE PARA AS REGIÕES DE MARINGÁ - PR E CHAPECÓ - SC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Allison Massami Arakaki

    2016-12-01

    Full Text Available Objetivou-se neste estudo definir os melhores períodos de semeadura para o cultivo em sucessão soja e milho safrinha em sistemas de plantio direto e convencional para as regiões de Maringá (PR e Chapecó (SC baseado, principalmente na redução de produtividade. Foram utilizados dados meteorológicos de janeiro de 1991 a junho de 2015 pertencentes ao Instituto Nacional de Meteorologia (INMET dos referidos municípios.   Para a definição dos períodos de semeadura favoráveis considerou-se dois critérios: 1º baseado no estresse térmico, o período onde decêndio tiver probabilidade inferior a 20% de ocorrência de geada e temperatura media diária do ar abaixo de 10°C; e 2º baseado na redução da produtividade em decorrência do estresse hídrico, por falta de água para ambas as culturas, com simulações que variaram em função de diferentes datas de semeadura espaçadas num período de 10 dias e definidas de acordo com os resultados obtidos pelo primeiro critério. Concluiu-se que em Maringá, não há uma barreira climática para a sucessão de soja e milho safrinha. Para Chapecó, o plantio de milho safrinha é recomendado, desde que o ciclo não atinja o terceiro decêndio de junho.

  11. Misturas em tanque com glyphosate para o controle de trapoeraba, erva-de-touro e capim-carrapicho em soja RR®

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleber Daniel de Goes Maciel

    2011-02-01

    Full Text Available O uso de misturas de glyphosate, em tanque, para manejo de espécies de plantas daninhas de difícil controle tem sido prática comum entre os agricultores brasileiros. Desta forma, este trabalho teve como objetivo avaliar a eficácia e seletividade de misturas, em tanque, de herbicidas com glyphosate para o controle de trapoeraba (Commelina benghalensis L., erva-de-touro (Tridax procumbens L. e capim-carrapicho (Cenchrus echinatus L. na cultura da soja RR®. O experimento foi conduzido em Maracaí, São Paulo, no período de novembro de 2006 a março de 2007, utilizando-se o cultivar CD-214RR® e delineamento experimental de blocos ao acaso, com 21 tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos da aplicação de: glyphosate (180; 360; 540 e 720 g ha-1; glyphosate em sequencial (180/360; 360/360 e 540/360 g ha-1; glyphosate + chlorimuron-ethyl 360+10; 540+10; 360+5/ 360+5 g ha-1; glyphosate + lactofen (360+120; 540+120; 360+60/ 360+60 g ha-1; glyphosate + cloransulam-methyl (360+30; 540+30; 360+16,9/ 360+12,9 g ha-1; glyphosate + carfentrazone (360+4 g ha-1; glyphosate + imazethapyr (360+50 g ha-1; glyphosate + imazethapyr (177,8+30 g ha-1 e testemunhas capinada e sem capina. Apesar da similaridade de produtividade de grãos entre os tratamentos com glyphosate isolado e sequencial, nas doses 540, 720 e 540/ 360 g ha-1, as misturas em tanque com chlorimuron-ethyl, cloransulam-methyl, lactofen e imazethapyr favoreceram o controle de espécies de plantas daninhas tolerantes ao glyphosate como C. benghalensis e T. procumbens.

  12. Valores de referência local e avaliação da contaminação por zinco em solos adjacentes a áreas mineradas no município de Vazante-MG

    OpenAIRE

    Borges Júnior,Meubles; Mello,Jaime Wilson Vargas de; Schaefer,Carlos Ernesto G. R.; Dussin,Tânia Mara; Abrahão,Walter Antônio Pereira

    2008-01-01

    A contaminação dos solos por metais pesados é um problema atual que requer abordagem adequada, tendo em vista as necessidades da sociedade moderna. Em áreas de mineração, a avaliação da contaminação de solos constitui ferramenta importante para o gerenciamento de áreas degradadas. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de estabelecer valores de referência local (VRL) para Zn em solos adjacentes a áreas mineradas no município de Vazante-MG, tendo em vista avaliar a contaminação ambienta...

  13. Limitações nutricionais para a cultura do arroz irrigado em solo orgânico da região Norte Fluminense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W.E. de B. Andrade

    1997-09-01

    Full Text Available As limitações nutricionais de um solo orgânico para a cultura do arroz irrigado por inundação, cv. Inca, foram identificadas em casa de vegetação em Lavras (MG de dezembro/94 a junho/95. Coletou-se o material do solo utilizado na região Norte Fluminense, constituindo os tratamentos de testemunha (solo natural, completo (N, P, K, calcário, S, B, Co, Cu, Mo e Zn, e completo menos um nutriente de cada vez. Os resultados permitem concluir que a omissão de N e K reduziu a produção de matéria seca pela parte aérea do arroz, quando colhida na maturação dos grãos, em 28 e 24%, respectivamente, em relação ao completo. Não se observou decréscimo na matéria seca (maturação, quando houve omissão de fósforo, calcário, enxofre e micronutrientes da adubação. Na ausência de N, K e Zn, o acúmulo desses nutrientes na parte aérea das plantas de arroz foi inferior ao do tratamento completo.

  14. Sorção e dessorção de tiametoxam e atrazina em solo sob diferentes sistemas de manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thayne D. Schmidt

    2015-06-01

    Full Text Available RESUMO A sorção e dessorção de agrotóxicos no solo são fatores importantes que contribuem para o processo de retenção, bem como seu destino ambiental e biodisponibilidade. Objetivou-se avaliar a sorção e a dessorção do tiametoxam e atrazina em um Latossolo Vermelho distroférrico típico submetido a diferentes sistemas de manejo em um experimento de longa duração. Os sistemas de manejo do solo avaliados foram convencional, integração lavoura pecuária e plantio direto. Para tal, utilizou-se o método da batelada além de amostras de solo coletadas nas profundidades de 0-10 e 10-30 cm. Observou-se baixa retenção de ambos os agrotóxicos no solo para os sistemas de manejo. Para sorção, considerando ambas as profundidades e todos os sistemas, os valores dos coeficientes de Freundlich variaram de 0,87 a 4,30 L kg-1 para o tiametoxam e de 0,98 a 3,55 L kg-1 para a atrazina. Os expoentes de Freundlich variaram de 0,53 a 1,70 para ambos os compostos considerando-se todas as profundidades e sistemas. Os coeficientes de dessorção foram, em sua maioria, superiores aos de sorção sugerindo a ocorrência do fenômeno de histerese.

  15. PROPRIEDADES DE PASTA DE FARINHAS DE TRIGO-SOJA PRÉ-COZIDAS POR EXTRUSÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    K. O. NASCIMENTO

    2008-11-01

    Full Text Available

    Mistura de farinha de trigo e soja em proporções adequadas, além de ter efeito complementar mútuo de aminoácidos, contribui para a melhoria de propriedades funcionais. A extrusão modifica estruturas de amido e de proteínas, melhorando as suas propriedades funcionais. O objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos dos parâmetros: umidade da mistura, temperatura de extrusão (TE e velocidade de rotação do parafuso (VRP, nas propriedades de pasta (PP de farinhas de trigo-soja extrusadas. A mistura de farinha de trigo com 10 e com 20% de soja crua foi extrusada, individualmente, em dois teores de umidade (26 e 29%, cinco TE (110, 120, 130, 140 e 150°C e quatro VRP (N°3, 120, 150, 180 e 210rpm. Os resultados mostraram que as farinhas de trigo e soja (90:10 e 80:20 com 26 e 29% de umidade e extrusadas em 150 e 180rpm a 120 e 130°C, apresentaram as melhores PP (viscosidade inicial a 25°C, viscosidade de pico a 95°C, viscosidade de manutenção a 95°C, viscosidade final a 25°C, quebra de viscosidade e tendência à retrogradação, quando comparadas com a farinha de trigo crua e com a farinha de trigo-soja crua. Portanto podem ser recomendadas para a formulação de alimentos prontos e semiprontos como: mingaus, molhos, sopas e outros.

  16. Influência do tipo e da quantidade de resíduos vegetais na eficácia de herbicidas aplicados em pré-emergência na cultura da soja Influence of the type and amount of crop residues in efficiency of herbicides applied pre-emergence in soybean

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Núbia Maria Correia

    2007-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar, em condições de campo e na região originalmente sob cerrado, os efeitos de resíduos vegetais [sorgo de cobertura (híbrido Cober Exp, milheto forrageiro (var. BN2, capim-pé-de-galinha (Eleusine coracana e capim-braquiária (Brachiaria brizantha] e duas quantidades de palha (3,0 e 5,5 t ha-1, no primeiro ano do estudo, e 3,5 e 5,8 t ha-1, no segundo na eficácia de herbicidas residuais (diclosulam e imazaquin aplicados em pré-emergência na cultura da soja, foi desenvolvido experimento, no ano agrícola 2003/2004 e repetido em 2004/2005, na fazenda Três Marcos, em Uberlândia (MG. Os herbicidas diclosulam e imazaquin não tiveram a eficácia afetada pela presença de palha na superfície do solo, independentemente da quantidade. Associados às coberturas, obteve-se melhor controle. No primeiro ano, após a instalação da cultura da soja, plantas de Eleusine coracana tornaram-se as principais infestantes na parcela de capim-pé-de-galinha.This work was conducted in the agricultural years 2003/04 and 2004/05, at the farm 'Três Marcos', Uberlândia, MG - Brazil to evaluate the effect of crop residues [coverage sorghum (hybrid Cober Exp, forage millet (var. BN2, finger millet (Eleusine coracana and St. Lucia Grass (Brachiaria brizantha] and two amounts of straw (3.0 and 5.5 t ha-1 in the first year and 3.5 and 5.8 t ha-1, in the second year in efficiency of herbicides (diclosulam and uimazaquin applied pre-emergence in soybean, 'Cerrado' conditions. The efficiency of herbicides diclosulam and imazaquin was not affected by the straw at any amount. Associated to the straw coverage, it had best weed control. In the first year, after the soybean field was installed, Eleusine coracana became the major weed species in the finger millet plot.

  17. Produtividade de culturas e resistência à penetração de Argissolo Vermelho sob diferentes manejos Yield of crops and soil resistance to penetration of the Alfisol under different management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Liane Rodrigues de Lima

    2010-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a relação entre parâmetros de plantas de soja e feijão e a resistência do solo à penetração de Argissolo Vermelho distrófico arênico sob semeadura direta e convencional. Em experimento implantado em 1989 em semeadura direta, foram aplicadas diferentes passadas de máquina de 10 Mg e realizados diferentes preparos do solo em delineamento inteiramente casualizado. Foram quantificados o índice de velocidade de emergência, o índice de área foliar, a altura e a produtividade de grãos de soja e de feijão e a resistência do solo à penetração. O índice de área foliar, a altura e a produtividade do feijão são influenciados pela resistência do solo à penetração em 46, 51 e 59%, respectivamente, enquanto 55% da variação da altura da soja é explicada pela resistência à penetração. Indica-se um valor crítico de resistência à penetração de aproximadamente 1,7 e 1,9 MPa no que se refere ao crescimento e à produtividade de grãos de feijão e de soja, respectivamente.The objective of this work was to evaluate the relationship among soybean and bean plant parameters and soil resistance to penetration of an Alfisol under no-tillage and conventional systems. In an experiment deployed under no-tillage in 1989, different wheel tracks of a 10-Mg machine were applied and different soil management systems were used in completely randomized design. Emergence speed index, foliar area index, height and yield of soybean and bean crops and soil resistance to penetration were quantified. The influence of soil resistance to penetration in foliar area index, height and productivity of beans is of 46, 51 and 59% respectively, whereas 55% of the height variation in soybean is explained by soil resistance to penetration. The critical value of soil resistance to penetration indicated for bean and soybean growth and yield is of approximately 1.7 and 1.9 MPa respectively.

  18. Provas de carga horizontal em estacas escavadas a trado mecânico em solo colapsível da região de Londrina, Estado do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Gonçalves Miguel

    2001-05-01

    Full Text Available No Campo Experimental de Engenharia Geotécnica (CEEG da Universidade Estadual de Londrina (UEL, Estado do Paraná, onde o perfil do subsolo se apresenta com uma camada superficial de solo argiloso, poroso e colapsível, com consistência de mole a média, foram realizadas e analisadas quatro provas de carga horizontal em pares de estacas escavadas a trado mecânico, com a finalidade de se obter o coeficiente de reação horizontal do solo (nh e sua variação quanto ao efeito da colapsibilidade. Os resultados das provas de carga horizontal são apresentados através das curvas carga versus deslocamento horizontal do solo, em duas condições: sem inundação e com pré-inundação por 48 horas. O efeito da colapsibilidade do solo é analisado pela redução da capacidade de carga horizontal, determinada pela comparação entre as cargas de ruptura e de colapso obtidas nessas provas de carga. Os resultados das provas de carga permitiram também determinar as curvas do coeficiente de reação horizontal (nh versus o deslocamento horizontal junto à superfície do terreno (yo, considerando a rigidez à flexão da estaca constante com a fissuração do concreto. Na determinação dos valores médios de (nh, foram considerados os intervalos de (yo de 6 a 12 mm (solo não inundado e de 12 a 18 mm (solo inundado

  19. Fauna do solo em áreas com Eucalyptus spp. e Pinus elliottii, Santa Maria, RS.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Izabel Jacques Soares

    2009-10-01

    Full Text Available Normal 0 21 MicrosoftInternetExplorer4 /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:10.0pt; font-family:"Times New Roman";} Este trabalho, com início na primavera de 1996 e término no inverno de 1997, teve como objetivo realizar o levantamento populacional da fauna do solo em áreas com Eucalyptus spp. e Pinus elliottii, situadas no Campus da Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. Para a coleta do solo, utilizou-se um extrator, formando-se amostras em dez pontos, nas profundidades de 0-5, 5-10, 10-15 e de 15-20 cm, em cada estação do ano. Por meio deste estudo, pôde-se identificar alguns representantes dos Phylum Annelida e Arthropoda que participam do contexto fauna-solo-vegetação. O total de indivíduos, seu respectivo percentual e número de indivíduos por metro quadrado foram obtidos. Observou-se o predomínio do Phylum Arthropoda e, mais especificamente, da classe Insecta na área com Eucalyptus spp. e do Phylum Annelida na área com Pinus elliottii. A variável profundidade originou modelos matemáticos que explicam a distribuição populacional dentre as áreas estudadas. A variável estação do ano não apresentou uma diferença significativa. Não foi possível, portanto, estabelecer um modelo de distribuição populacional.

  20. Isoflavone and protein content in soybeans grains submitted to flooding at different stages of development Teor de isoflavonas e proteínas nos grãos de soja submetida ao alagamento em diferentes estádios de desenvolvimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Argenta Fante

    2011-12-01

    Full Text Available The stress imposed on plants by soil flooding constitutes a major barrier to growth and productivity. The identification of soybean varieties that produce higher levels of isoflavones, is necessary as soybeans have been used as human food to reduce risks of chronic diseases. Thus, this study was conducted with the objective of quantifying proteins and isoflavones in soybean cultivars subjected to flooding at various stages of development. The cultivars 'BRS267', 'BRS257' and 'BRS213' were subjected to 15 days of flooding, starting at the stages V6 and V8 and 11 days under stress starting at the stage R4. The proteins in the grain were extracted and quantified and analyzed by SDS-PAGE electrophoresis. Isoflavones were extracted, separated and quantified on HPLC. The electrophoretic analysis of the three cultivars under study revealed the same pattern of banding relative to the total protein regardless of the treatment. However, it was noted that flooding led to an increase in the total contents of isoflavones in the BRS 267 plants flooded in stage R4, remaining constant in other cultivars.O estresse imposto às plantas pelo alagamento do solo constitui uma barreira para o crescimento e produtividade destas. A identificação de cultivares de soja que possam produzir maior teor de isoflavonas torna-se necessária à medida que a soja vem sendo utilizada na alimentação humana e para redução dos riscos de doenças crônicas. Dessa forma, o presente estudo foi realizado com o objetivo de quantificar isoflavonas e proteínas em cultivares de soja submetidas ao alagamento em diferentes estádios de desenvolvimento. As cultivares 'BRS 267', 'BRS 257' e 'BRS 213' foram submetidas a 15 dias de alagamento, nos estádios V6 e V8 e 11 dias sob estresse, no estádio R4. As proteínas no grão foram extraídas e quantificadas e analisadas as eletroforeses em SDS-PAGE. Os isoflavonóides foram extraídos, separados e quantificados por HPLC. A análise por