WorldWideScience

Sample records for risco ocupacional em

  1. Violência no trabalho em enfermagem: um novo risco ocupacional

    OpenAIRE

    Contrera-Moreno,Luciana; Moreno, Maria Inês Contrera

    2004-01-01

    Este estudo tem como objetivo apresentar uma revisão da literatura sobre o tema violência no trabalho em enfermagem. Os principais aspectos com relação à violência no trabalho em enfermagem encontrados na literatura foram: os tipos de violência, a prevalência da violência no ambiente de trabalho; os fatores associados ao risco, as conseqüências para os trabalhadores e prevenção destes eventos. Os trabalhadores estão expostos a variadas formas de violência, trazendo graves conseqüências à saúd...

  2. Risco ocupacional de adquirir tuberculose entre trabalhadores de enfermagem hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabete Takeda

    2001-09-01

    Full Text Available Nos hospitais, os indivíduos tuberculosos são atendidos por vários profissionais e dentre eles os trabalhadores de enfermagem. Esses trabalhadores estão sujeitos a riscos de infecção tuberculosa. O estudo objetivou: levantar o número de trabalhadores de enfermagem do hospital que adquiriram tuberculose, e as características gerais em um período pré determinado; levantar a morbidade dessa doença e discutir o risco ocupacional entre estes trabalhadores. Em um ano os trabalhadores apresentaram risco 3.86 vezes maior e em outro, 1.47 vezes maior de adquirir a doença. Neste estudo a tuberculose foi considerada de risco ocupacional para os trabalhadores de enfermagem.

  3. Risco ocupacional em fumicultores : genotoxicidade associada à suscetibilidade genética

    OpenAIRE

    Fernanda Rabaioli da Silva

    2011-01-01

    Agricultores envolvidos no cultivo do tabaco estão constantemente expostos a uma grande variedade de químicos. O uso de agrotóxicos em larga escala tem provocado danos à saúde destes trabalhadores assim como a manipulação das folhas de fumo úmidas, pois além de substâncias antropogênicas persistentes outros compostos orgânicos com potencial pesticida estão presentes nas folhas do tabaco. A nicotina, através do contato dermal com as folhas do fumo, tem causado um envenenamento agudo nos trabal...

  4. A enfermeira obstétrica e a prevenção no risco ocupacional de contaminação pelo vírus HIV em centro obstétrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neide de Souza Praça

    1989-12-01

    Full Text Available Mostra a preocupação das instituições de saúde frente ao risco ocupacional de contaminação pelo HIV em Centro Obstétrico. Analisa o papel da enfermeira obstétrica e sugere procedimentos para a diminuição do risco de contaminação pessoal no atendimento à parturiente e ao recém-nascido.

  5. Violência no trabalho em enfermagem: um novo risco ocupacional Violencia en el trabajo de enfermería: un nuevo riesgo ocupacional Violence in the nursing workplace: a new occupational risk

    OpenAIRE

    Luciana Contrera-Moreno; Maria Inês Contrera-Moreno

    2004-01-01

    Este estudo tem como objetivo apresentar uma revisão da literatura sobre o tema violência no trabalho em enfermagem. Os principais aspectos com relação à violência no trabalho em enfermagem encontrados na literatura foram: os tipos de violência, a prevalência da violência no ambiente de trabalho; os fatores associados ao risco, as conseqüências para os trabalhadores e prevenção destes eventos. Os trabalhadores estão expostos a variadas formas de violência, trazendo graves conseqüências à saúd...

  6. Conocimientos y riesgo ocupacional de VIH/SIDA en trabajadores de salud primaria chilenos Conhecimentos e risco ocupacional de HIV/SIDA em trabalhadores de saúde primária chilenos HIV/AIDS knowledge and occupational risk in primary care health workers from Chile

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Baltica Cabieses Valdés

    2011-07-01

    Full Text Available Objetivo. Explorar la relación entre nivel de conocimientos y riesgo de exposición ocupacional a VIH en trabajadores de salud de atención primaria. Metodología. Estudio analítico de corte transversal; 720 trabajadores de salud de Santiago respondieron un cuestionario acerca de VIH/SIDA, incluyendo conocimientos (inadecuado o adecuado, riesgo ocupacional (con o sin riesgo y variables de control (edad, sexo, centro de salud, educación y estado civil. Se hicieron análisis descriptivos y de asociación. Se estimó la Odds Ratio (OR mediante regresión logística simple y múltiple. Resultados. El 58.7% de los participantes reportó riesgo ocupacional de VIH. Un 63.8% del grupo con exposición presentó un nivel de conocimientos adecuado, versus el 36.1% del grupo sin exposición (OR ajustado de 3.1, IC95%OR: 2.0-4.8, p Objetivo. Explorar a relação entre nível de conhecimentos e risco de exposição ocupacional a HIV/AIDS em trabalhadores de saúde de atendimento primário Metodologia. Estudo observacional analítico de corte transversal; 720 trabalhadores de saúde de Santiago responderam um questionário a respeito de HIV/AIDS, incluindo conhecimentos (inadequado ou adequado, risco ocupacional (com ou sem risco e variáveis de controle (idade, sexo, centro de saúde, educação e estado civil. Fizeram-se análises descritivas e de associação. Estimou-se a Odds Ratio (OR mediante regressão logística simples e múltipla. Resultados. O 58.7% dos participantes reportou risco ocupacional de HIV/AIDS. Um 63.8% do grupo com exposição apresentou um nível de conhecimentos adequado, contra o 36.1% do grupo sem exposição (OR ajustado de 3.1, IC95%OR: 2.0-4.8, p Objective. To explore the relationship between knowledge level and occupational risk exposure to HIV/AIDS in primary care health workers. Methodology. Analytical cross-sectional study. 720 health workers from Santiago answered a survey about HIV/AIDS that included: knowledge level

  7. Violência no trabalho em enfermagem: um novo risco ocupacional Violencia en el trabajo de enfermería: un nuevo riesgo ocupacional Violence in the nursing workplace: a new occupational risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Contrera-Moreno

    2004-12-01

    Full Text Available Este estudo tem como objetivo apresentar uma revisão da literatura sobre o tema violência no trabalho em enfermagem. Os principais aspectos com relação à violência no trabalho em enfermagem encontrados na literatura foram: os tipos de violência, a prevalência da violência no ambiente de trabalho; os fatores associados ao risco, as conseqüências para os trabalhadores e prevenção destes eventos. Os trabalhadores estão expostos a variadas formas de violência, trazendo graves conseqüências à saúde, necessitando assim que outros estudos sejam desenvolvidos em relação à temática, principalmente, em nosso país.Este estudio tiene como objetivo presentar una revisión de la literatura sobre el tema violencia en el trabajo en enfermería. Los principales aspectos con relación a la violencia en el trabajo en enfermería encontrados en la literatura fueron: los tipos de violencia, la prevalencia de la violencia en el ambiente de trabajo; los factores asociados al riesgo, las consecuencias para los trabajadores y prevención de estos eventos. Los trabajadores están expuestos a variadas formas de violencia, trayendo graves consecuencias a la salud, necesitando así que se desarrollen otros estudios con relación a la temática, principalmente, en nuestro país.This study is aimed at presenting a review of the literature regarding violence in the nursing workplace. The main aspects in relation to violence in the nursing workplace that were found in literature are: the types of violence, the prevalence of violence in the workplace; factors associated with the risk; consequences for workers and prevention of these events. Workers are exposed to several types of violence, causing serious consequences to health. It is necessary, therefore, that other studies about this subject matter are conducted, mainly in our country.

  8. Avaliação de riscos em contexto escolar e industrial.

    OpenAIRE

    Falcão, Catarina Neves Ribeiro Freire

    2013-01-01

    Mestrado em Ergonomia Uma das ações essenciais na prevenção de acidentes e doenças profissionais é a avaliação dos riscos a que os trabalhadores estão expostos. Realizou-se uma avaliação para estimar a exposição ocupacional a agentes químicos em contexto industrial, com recurso a aparelho de leitura direta e bombas de amostragem. Paralelamente realizou-se uma avaliação de riscos ocupacionais em trabalhadores do contexto escolar, utilizando uma matriz de risco, e complementada com a aval...

  9. Risco ocupacional em unidades de Suporte Básico e Avançado de Vida em Emergências Riesgo laboral en las Unidades de Soporte Básico y Avanzado de Vida en Emergencia Occupational risk in Basic and Advanced Emergency Life Support Units

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda dos Santos Zapparoli

    2006-02-01

    Full Text Available O estudo objetivou identificar os fatores de risco ocupacional a que estão expostos os profissionais da equipe das Unidades de Suporte Básico e Avançado de Vida em Emergências. Utilizou-se a técnica de entrevista semi-estruturada para coleta dos dados. Constituíram-se sujeitos do estudo 40 trabalhadores de duas equipes do Sistema de Atendimento Médico a Urgência de uma cidade do interior do Estado de São Paulo. Os fatores de risco identificados pela maioria dos trabalhadores foram: físicos (elevados níveis de temperatura e ruído ambiental; químicos (manipulação de substâncias químicas; biológicos (exposição a microorganismos e falta de materiais disponíveis. Os riscos peculiares à atividade foram: risco de ocorrência de acidentes automobilísticos (90% dos trabalhadores, agressões física e moral (90% dos trabalhadores e acidentes com material pérfuro-cortante (72,5% dos trabalhadores. A violência foi descrita por 75 % dos trabalhadores como fator de risco mais preocupante no trabalho. A maioria dos trabalhadores identificou os riscos ocupacionais. No entanto, a minoria utiliza medidas adequadas de segurança, revelando a necessidade de intervenções.Este estudio se realizó con el objetivo de identificar los factores de riesgo laboral a los que están expuestos los profesionales del equipo de las Unidades de Soporte Básico y Avanzado de Vida en Emergencias. Se utilizó la entrevista semiestructurada. Los sujetos de estudio fueron 40 trabajadores componentes de dos equipos del Sistema de Atención Médica de Urgencia de una ciudad del interior de São Paulo-Brasil. Los factores de riesgo identificados por la mayoría de los trabajadores fueron: físicos (elevados niveles de temperatura y ruido ambiental; químicos (manipulación de substancias químicas; biológicos (exposición a microorganismos y falta de materiales disponibles. Los riesgos peculiares a la actividad fueron: riesgo de ocurrencia de accidentes

  10. Saúde ocupacional e riscos psicossociais em trabalhadores da limpeza de instituição de ensino superior: Um estudo qualitativo em Brasília, DF.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matheus de Oliveira ANDRADE

    2016-05-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi analisar a percepção dos funcionários da limpeza em uma instituição pública de ensino superior sobre condições de trabalho e saúde no meio universitário, comênfase para os aspectos físico-ambientais e psicossociais que determinam a saúde deste grupo no ambiente onde estão inseridos. Foi conduzida uma pesquisa qualitativa, utilizando-se a técnica de entrevista em profundidade junto a 16 funcionários da limpeza de ambos os sexos. Os trabalhadores têm a percepção de que não são devidamente valorizados. A maioria afirmou que o trabalho influencia negativamente a saúde, principalmente devido a dores osteomusculares, alergia aos produtos químicos de limpeza, exaustão e estresse pela sobrecarga de trabalho e falta de colaboração da comunidade universitária. Além disso, todos possuem percepção negativa da terceirização, em decorrência da alta rotatividade de empresas que inviabiliza o cumprimento de direitos trabalhistas, como férias regulares e décimo terceiro salário. Conclui-se que os trabalhadores da limpeza estão submetidos a condições desfavoráveis de trabalho, de modo que a consolidação de um ambiente universitário promotor de saúde para o trabalhador pressupõe uma construção conjunta que envolva o trabalhador, o âmbito comunitário e o administrativo. Faz-se necessário o desenvolvimento de modelos de promoção de saúde para os trabalhadores terceirizados no ambiente estudado.

  11. Gerenciamento do risco ocupacional no Exército Brasileiro: aspectos normativos e práticos Occupational risk management in the Brazilian army: normative and practical aspects

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Borba Neves

    2007-09-01

    Full Text Available Neste estudo procurou-se descrever o método de gerenciamento do risco que o Exército Brasileiro utiliza em suas atividades, desde a parte normativo-documental até a execução das atividades nos quartéis de tropa e confrontá-lo, de maneira sucinta, com alguns aspectos de segurança ocupacional previstos pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Foi utilizada uma abordagem qualitativa, com base em uma triangulação de técnicas de coleta de dados, a saber: coleta documental; observação sistemática e entrevista semi-estruturada, na qual selecionou-se 24 informantes militares, os quais foram divididos em três grupos, visando a coletar informações dos grandes círculos hierárquicos: oficiais, sargentos, cabos e soldados. Constatou-se que o método de gerenciamento do risco do Exército Brasileiro apóia-se em três documentos principais: o Caderno de Instrução 32/1, o Caderno de Instrução 32/2 e o Programa de Instrução Militar. Observou-se, ainda, que esse método faz referência apenas aos riscos de acidentes, desconsiderando alguns aspectos importantes previstos nas Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego e os demais tipos de riscos.This study aims to describe the risk management method used by the Brazilian Army, ranging from the guidelines, norms, and standards to the implementation of activities in the barracks, providing a brief comparison with key occupational safety provisions by the Ministry of Labor and Employment. A qualitative approach was used, based on triangulation of data collection techniques: document collection; systematic observation; and a semi-structured interview with 24 key informants among the military, divided into three groups, aimed at collecting information on the main hierarchical levels: officers, sergeants, corporals, and privates. We found that the Brazilian Army's risk management method is based on three main documents: Instruction Booklet 32/1, Instruction Booklet 32/2, and the

  12. Formação inovadora em Terapia Ocupacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Carla de Souza Della Barba

    2012-09-01

    Full Text Available As instituições de Ensino Superior enfrentam o desafio de implementarem propostas pedagógicas traduzidas no desempenho satisfatório do estudante para uma formação de qualidade. Ainda, as políticas públicas ressaltam a necessidade de mudança na formação de profissionais de saúde voltada para as necessidades da população. Descreve-se a construção do projeto pedagógico do curso de Terapia Ocupacional (TO da Universidade Federal de São Carlos, no qual se propõe a formação reflexiva, levando o formando a interagir com o conhecimento de forma autônoma, flexível e criativa. O currículo é integrado, interdisciplinar e orientado por competência, no qual a prática profissional é fundamentada em capacidades voltadas para o enfrentamento de situações em diferentes contextos. A concepção pedagógica adotada é a socioconstrutivista, e são utilizadas metodologias ativas de ensino-aprendizagem, tais como a aprendizagem baseada em problemas e problematização.

  13. Saúde & Segurança Ocupacional: reflexões sobre os riscos potenciais e o manuseio seguro dos nanomateriais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Frederico Bernardo Lenz e Silva

    2013-11-01

    Full Text Available A cada dia a nanotecnologia, que pode ser definida como um campo multidisciplinar da ciência e da tecnologia que trabalha com estruturas de dimensões nanométricas, tipicamente <100 nanômetros (nm, está mais presente no desenvolvimento de novos produtos e processos industriais. A manipulação de partículas nanométricas tem aberto inúmeras oportunidades de desenvolvimento de novos produtos e materiais. Porém, a síntese, manuseio, estocagem, estabilização e a incorporação de materiais com dimensões nanométricas exigem uma nova análise e avaliação dos processos, procedimentos e dispositivos industriais de forma a garantir proteção coletiva e individual ao trabalhador e à sociedade, uma vez que, com o aumento de escala e de volume de produção dos materiais nanoestruturados, uma parcela cada vez maior da cadeia laboral passa a estar exposta aos nanomateriais em suas diversas formas e meios. Neste trabalho é apresentada uma revisão acerca de tópicos relacionados com o desenvolvimento da nanotecnologia abordando questões de riscos e de segurança ocupacional, em especial, os principais aspectos envolvidos quando do manuseio, estocagem, síntese, estabilização e incorporação de nanomateriais, visando à redução, minimização e eliminação dos riscos envolvidos nessas atividades, com o objetivo de garantir de forma plena a integridade física e a saúde do trabalhador.

  14. O Simbolo em Cassirer, Freud e Ricolur como fundamentos para a terapia ocupacional

    OpenAIRE

    Fabio Bruno de Carvalho

    1996-01-01

    Resumo: Esse trabalho mostra uma discussão cujo objetivo é compreender o caráter científico da terapia ocupacional, a partir do conceito de símbolo. Para isso, são tomados como referência básica o símbolo em Cassirer, Freud e Ricoeur. É uma investigação epistemológica que parte de uma série de dúvidas sobre o exercício da terapia ocupacional: o que faz o terapeuta ocupacional? O que fala e do que fala o terapeuta ocupacional? As respostas para essas questões são encontradas nas teorías sobre ...

  15. Gerenciamento de Riscos em Programas de Aventura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor López-Richard

    2013-02-01

    Full Text Available o gerenciamento de riscos em programas de aventura será analisado de maneira sistemática neste trabalho. Os elementos que conformam os padrões de precaução em atividades comerciais de aventura serão tratados de forma crítica. V árias questões relacionadas à polêmica do credenciamento e certificação de programas comerciais de aventura serão analisadas. Os principais conceitos relativos à segurança na concepção, no planejamento, no monitoramento e na execução de programas turísticos de aventura e eventos na natureza serão abordados. Após a revisão conceitual, será exposto o resultado do estudo dos elementos de gerenciamento de riscos, introduzidos na legislação que rege a implementação da política de desenvolvimento do turismo sustentável no Município de Brotas. Risk management in adventure programs has been systematically analyzed within this work. The elements that integrate the standards of care in commercial adventure programming have been critically approached. Different questions related to the debate on accreditation and certification of adventure programs. The main concepts regarding safety during the conception, planning, monitoring, and execution of adventure tourism programs and events in the wild have been also approached. Following this conceptual revision, the result of the study of risk management topics introduced in the legislation related to the policy of sustainable tourism development in Brotas borough will be displayed.

  16. Conhecimento, atitudes e comportamentos frente ao risco ocupacional de exposição ao HIV entre estudantes de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Toledo Júnior Antonio Carlos C.

    1999-01-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho são avaliar risco ocupacional de exposição ao HIV entre estudantes de medicina, avaliar o conhecimento e o uso das medidas de biossegurança e a cobertura da vacinação contra hepatite B. Questionário específico foi aplicado a 136 estudantes de medicina da Universidade Federal de Minas Gerais. A maioria da população avaliada, 87 (64% estudantes relataram participar de procedimentos cirúrgicos, 68 (50% já sofreram algum tipo de exposição a sangue, 90 (66,2% afirmaram conhecer as medidas universais de biossegurança e 33 (24,3% relataram conhecer os procedimentos em caso de exposição a sangue contaminado. A população avaliada apresenta alto risco de exposição a material biológico e cerca de um terço desta tem baixo nível de conhecimento das medidas de biossegurança, apesar de fazer uso delas. Torna-se necessário a utilização de estratégias como ensino formal, treinamento em serviço e criação de serviços especializados em biossegurança para a modificação desta realidade.

  17. Estresse ocupacional em mulheres policiais Occupational stress among female police officers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília de Souza Minayo

    2013-03-01

    Full Text Available Aborda-se o estresse ocupacional em mulheres policiais militares do Rio de Janeiro. Parte-se de uma abordagem qualitativa (entrevistas, grupos focais e observação das percepções dessas mulheres sobre diferenças de gênero no trabalho policial, relação entre estresse ocupacional e problemas de saúde e estratégias para amenizar o estresse. Participaram 42 mulheres: oficiais e praças, profissionais operacionais e de saúde. Os resultados revelam que as policiais relacionam o cotidiano do trabalho ao estresse, citam diversos sintomas e mostram como o relacionamento familiar é afetado. Seu estresse tem origem basicamente na questão organizacional e gerencial do trabalho. Discriminação de gênero e assédio são percebidos como importantes fatores estressantes. O sofrimento psíquico aparece mais fortemente entre as oficiais com cargos de chefia; e as atividades operacionais são percebidas como mais estressantes pelo risco que oferecem. O exercício físico é a estratégia considerada mais eficaz para prevenir as consequências do estresse. Conclui-se que, embora as mulheres estejam presentes na PM há muitos anos, a organização e o gerenciamento praticamente continuam sob a ótica masculina e são necessários investimentos em ações preventivas do estresse sob a perspectiva de gênero.The scope of this study is occupational stress among female police officers in Rio de Janeiro. A qualitative approach was initially used (interviews, focal groups and observations to establish their perceptions regarding gender differences in the performance of police work, the relationship between occupational stress and health issues and the strategies used to mitigate this type of stress. A total of 42 participants including female officers and staff and operational and health professionals were involved. The participants link stress to their daily work, cite a number of symptoms and show how family relationships are affected. Stress originates

  18. Exposição ocupacional ao benzeno no Brasil: estimativas baseadas em uma matriz de exposição ocupacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Juliana Moura Corrêa

    Full Text Available Resumo: Estima-se o número de trabalhadores expostos e a prevalência da exposição ocupacional ao benzeno no Brasil. Por causa da falta de mensurações locais disponíveis para a pesquisa, empregaram-se dados de uma matriz de exposição ocupacional, a Finnish National Job-Exposure Matrix (FINJEM, que contemplam proporções de expostos ao benzeno calculadas com medidas ambientais. No Brasil, o Censo Demográfico de 2010 identificou 86.353.839 trabalhadores ativos e ocupados. Aplicando-se os parâmetros da FINJEM, estimou-se que 7.376.761 (8,5% pertenciam a grupos ocupacionais potencialmente expostos, enquanto 770.212 foram considerados expostos ao benzeno, correspondendo a uma prevalência ponderada por grupo ocupacional de 0,9%, maior em homens (1,1% que em mulheres (0,6%. Expostos se concentraram no grupo de Operadores e Mecânicos de Máquinas e Motores (62%. O número de expostos e a prevalência da exposição ocupacional ao benzeno são elevados mesmo considerando parâmetros da Finlândia, sugerindo a necessidade de monitoramento e controle desse cancerígeno no Brasil.

  19. Fatores de risco cardiovascular em alcoolistas em tratamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayla Cardoso Fernandes Toffolo

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a presença de fatores de risco cardiovascular, com ênfase na hipertensão e na adiposidade corporal, em alcoolistas abstinentes ou não abstinentes em tratamento. MÉTODO: Trata-se de um estudo transversal com 65 pacientes alcoolistas em tratamento no CAP-Sad. O grau de dependência do álcool foi avaliado pelo SADD (Short Alcohol Dependence Data e o uso de outras drogas, pelo ASSIST (Alcohol Smoking and Substance Involvement Screening Test. Foram avaliados o perfil bioquímico e o antropométrico dos usuários. RESULTADOS: Participaram do estudo 42 homens e 23 mulheres. A maioria dos participantes (67,74% apresentou dependência alcoólica grave, com uso de álcool associado principalmente a cigarro (66,15%. A média da circunferência da cintura (CC foi significativamente maior entre os abstinentes, em comparação aos não abstinentes (AB: 88,15 ± 15,95 x NA: 81,04 ± 9,86; p = 0,03. Pacientes abstinentes há mais tempo tiveram maior sobrepeso/obesidade e adiposidade abdominal (CC do que os não abstinentes e abstinentes recentes, com razão de chances de 5,25. Os abstinentes apresentaram razão de chances de 3,38 para %GC acima da média, independente do tempo de abstinência. CONCLUSÃO: Pacientes alcoolistas abstinentes apresentam mais sobrepeso/ obesidade, adiposidade corporal (%GC e abdominal (CC do que os não abstinentes. É importante o acompanhamento multiprofissional no tratamento de alcoolistas com abordagem para fatores de risco cardiovasculares, principalmente evitando o ganho de peso.

  20. Treinamento resistido reduz riscos cardiovasculares em idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Ângelo Macêdo Santiago

    2015-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O envelhecimento humano aliado ao estilo de vida sedentário é marcado por alterações metabólicas com modificação na composição corporal, que repercutem diretamente na proteína C-reativa (PCR, sendo este um importante marcador de risco de doenças cardiovasculares (DCV. O treinamento resistido (TR é um método muito utilizado na prevenção de doenças associadas ao envelhecimento. Objetivo: Avaliar os efeitos de oito semanas de TR sobre a composição corporal, força muscular e PCR em um grupo de idosas.MÉTODO: Foi realizado um estudo experimental com 10 idosas (63 ± 2 anos de idade. Para o ensaio de PCR, análises bioquímicas de hemograma e lipidograma completos foram coletadas amostras de sangue venoso periférico antes do exercício e 24 horas depois. Para medidas antropométricas calcularam-se índice de massa corporal (IMC, relação cintura/quadril (RCQ e composição corporal. O TR foi realizado por Série Combinada - Bi-Set. Para a análise estatística, primeiramente foi realizado o teste de normalidade de Shapiro-Wilk (p > 0,05 para testes paramétricos. As variáveis do grupo foram apresentadas como média e desvio padrão. Para variáveis de PCR, antropométricas, composição corporal e perfil lipídico foram realizados o teste t de Student,tanto anterior quanto posteriormente às oito semanas de treinamento. Para as amostras da evolução das cargas e médias do consumo alimentar foi realizado o teste One Way ANOVA e, quando necessário, o teste post hoc de Tukey. O nível de significância adotado foi de p ≤ 0,05.RESULTADOS: Houve redução estatisticamente significativa (p = 0,02 para as concentrações séricas de PCR, o que significa uma redução de 70,96%, além de diminuir a massa gorda e aumentar a massa magra e a carga de treino após oito semanas.CONCLUSÃO: Oito semanas de TR reduziram as concentrações séricas de proteína C-reativa, assim como diminuíram a massa gorda e aumentaram o

  1. Diabetes em idosos: uso de medicamentos e risco de interação medicamentosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Medeiros Barros do Prado

    Full Text Available Resumo Caracterizar o perfil sociodemográfico e de saúde dos idosos segundo diabetes referido, avaliar o conhecimento e a prática quanto às opções de tratamento, bem como descrever o uso de medicamentos e potenciais riscos de interação medicamentosa (IM neste subgrupo. Estudo transversal com 1.517 idosos de Campinas em 2008. Estimaram-se as prevalências de diabetes e verificaram-se as associações pelo teste de Rao-Scott. As potenciais IM foram avaliadas pela base de dados Micromedex®. A prevalência de diabetes referida pelos idosos foi de 21,7% sem diferença significativa entre os sexos. Verificou-se maior percentual de idosos diabéticos com 70 anos ou mais, com menor escolaridade, renda familiar per capita inferior a 1 salário mínimo e que não realizavam atividade ocupacional. O número médio de medicamentos foi de 3,9 nos 3 dias anteriores. Identificaram-se 413 possíveis interações, sendo que 53,1%, 7,8% e 7,2% dos idosos apresentaram risco de IM moderadas, menores e graves, respectivamente. Ressalta-se a importância da adoção de dieta saudável e prática de atividade física para redução do peso, controle da doença e de complicações. Evidencia-se a necessidade de atenção ao risco potencial das IM e o uso de medicamentos inapropriados ao idoso.

  2. Sobre os conceitos de risco em Luhmann e Giddens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marília Luz David

    2011-11-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1806-5023.2011v8n1p30 O presente artigo discute as contribuições de Anthony Giddens e Niklas Luhmann para uma melhor definição do conceito de risco, tendo em vista o rigor teórico de ambos os autores. Inicialmente é feita uma breve exposição sobre como o conceito de risco passou a ser utilizado na Modernidade e recebeu a atenção de autores das Ciências Sociais, principalmente a partir da abordagem cultura proposta por Mary Douglas. Em seguida, as definições e correspondentes argumentos sobre o conceito de risco em Luhmann e Giddens são apresentados respectivamente. Finalmente, alguns pontos de distanciamento entre os autores são discutidos e de que maneira cada um contribuiu para o debate sobre os riscos na teoria social e para o diagnóstico da Modernidade.

  3. Prevalência de sintomas auditivos e vestibulares em trabalhadores expostos a ruído ocupacional

    OpenAIRE

    Ogido, Rosalina; Costa, Everardo Andrade da; Machado, Helymar da Costa

    2009-01-01

    O objetivo do estudo foi estimar a prevalência de sintomas auditivos e vestibulares em trabalhadores expostos a ruído ocupacional. Foram analisados os prontuários de 175 trabalhadores com perda auditiva induzida por ruído, atendidos em um centro de referência de saúde ocupacional de Campinas, SP, de 1997 a 2003. As variáveis estudadas foram freqüência dos sintomas de hipoacusia, zumbido e vertigem. As associações com idade, tempo de exposição ao ruído e limiares auditivos tonais foram analisa...

  4. Psicopatologia e comportamento de risco em motoristas no Brasil

    OpenAIRE

    Sibele Faller

    2010-01-01

    Objetivo: A principal finalidade desse estudo foi verificar a diferença entre dois grupos de motoristas – aqueles que apresentaram alcoolemia positiva medida através de etilômetro e/ou uso prévio de outras SPAs, averiguado através de exame de saliva, e aqueles que não apresentaram – em relação a comportamentos de risco, transtorno depressivo maior, mania e hipomania, TEPT, e TPAS, assim como abuso ou dependência de SPAs. Método: Em um estudo transversal, 1.134 motoristas que dirigiam em rodov...

  5. Osteoporose como factor de risco em implantologia

    OpenAIRE

    Castelo-Branco, Manuel Jardim de Abreu

    2013-01-01

    Tese de mestrado, Medicina dentária, Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Dentária, 2013 Introdução: A Osteoporose, sendo uma doença degenerativa óssea, é uma patologia que, a priori, poderá ser um factor de risco para a utilização de implantes dentários. A população mundial está a envelhecer, por avanço médico e tecnológico, e o número de pacientes mais idosos , que eventualmente padecem de osteoporose, e que acorrem aos consultórios dentários aumenta. Muitas vezes, o tratamento ...

  6. Soja transgênica: riscos, incertezas e interesses em jogo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arnildo Korb

    2012-12-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1807-1384.2012v9n2p246 Neste ensaio discute-se a produção da soja transgênica e os debates entre peritos e leigos quanto à percepção dos riscos oriundos daquela atividade. Apesar de transcorrida uma década e meia desde o início do plantio no Brasil, os dois grupos encontram-se distantes de consensos em relação à existência ou não de riscos ao meio ambiente e à saúde humana. A escala de tempo quanto ao curto, médio ou longo prazo para a evidência de riscos perde referência também em razão da inexistência ou obscurantismo das pesquisas que objetivam diagnosticar as preocupações suscitadas. Argumenta-se, então, pela responsabilidade ética dos pesquisadores e dos representantes políticos em perseguirem os dispositivos constitucionais, assegurando que os interesses das empresas de agroquímicos e de biotecnologias não se sobreponham às políticas nacionais de pesquisa e de produção de alimentos. O momento requer discussões acerca dos moldes de instituição do Princípio da Precaução ou a substituição deles pelo Princípio da Percentagem, a fim de que pesquisas que objetivam identificar possíveis riscos em relação aos alimentos transgênicos possam ocorrer sem interferências políticas ou mercadológicas.

  7. Risco cardiovascular em pessoas assintomáticas

    OpenAIRE

    Macário, Teresa Duarte Sousa; Nunes, Maria Madalena Jesus Cunha, orient.

    2012-01-01

    Enquadramento: As doenças cardiovasculares são a primeira causa de morte, em ambos os sexos, nos países desenvolvidos, não sendo Portugal exceção. São um problema de saúde pública que urge minorar. Os fatores de risco, conhecidos como causas que aumentam a probabilidade de ocorrência de um determinado evento, antecedem em vários anos as doenças cardiovasculares. Destacam-se a diabetes, o excesso de peso, a obesidade, o sedentarismo, o tabagismo, as dislipidémias, a hipertensão ...

  8. Riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Silvia Ferrari Lavrador

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há poucos estudos sobre riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade. OBJETIVO: Avaliar repercussões metabólicas associadas a diferentes graus de obesidade em adolescentes e seu impacto nos riscos cardiovasculares. MÉTODOS: Estudo transversal com 80 adolescentes obesos, divididos em dois grupos: 22,5, denominados obesos com menor e maior grau de obesidade, respectivamente. Foram realizados exame físico e avaliação bioquímica e de composição corporal. Para a análise estatística, foram aplicados os testes t-Student e qui-quadrado, com a finalidade de comparar os dois grupos. Modelo logístico múltiplo foi utilizado para verificar as associações entre variáveis bioquímicas e grau de obesidade. Foram desenvolvidos escores de risco para doença cardiovascular, de acordo com o número de alterações encontradas nas seguintes variáveis: glicemia de jejum, triglicérides, HDL e PA. Foram verificadas associações entre esses escores e o grau de obesidade. RESULTADOS: Os dois grupos diferiram em valores de peso, circunferência da cintura, glicemia e insulina de jejum, HOMA-IR, triglicérides, HDL, PA e medidas de composição corporal (p<0,05. Os adolescentes com maior grau de obesidade apresentaram maiores frequências de alterações para glicemia, HOMA-IR, triglicérides, HDL e pressão arterial (p<0,05. O modelo logístico mostrou associações entre o grau de obesidade e as variáveis: HDL (OR=5,43, PA (OR=4,29, TG (OR=3,12. O escore de risco demonstrou que 57,7% dos adolescentes com maiores graus de obesidade tinham duas ou mais alterações metabólicas para 16,7% do outro grupo (p<0,001. CONCLUSÃO: O grau da obesidade influenciou no aparecimento de alterações que compõem a síndrome metabólica, aumentando o risco cardiovascular.

  9. Elaboração de um programa de monitoração ocupacional em radiologia para o Hospital Universitário Clementino Fraga Filho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oliveira Sergio Ricardo de

    2003-01-01

    Full Text Available Foi elaborado um Programa de Monitoração Ocupacional em radiologia médica para o Hospital Universitário Clementino Fraga Filho da Universidade Federal do Rio de Janeiro, seguindo as normas e legislação nacional. Para a construção do Programa, realizou-se um levantamento de todos os Serviços e funcionários diretamente expostos às radiações ionizantes. Constatou-se que a maioria desses funcionários não era monitorada, que apenas três Serviços mantinham um controle de dose de trabalhadores com contratos de prestação de serviço independentes e que não havia controle para os casos de doses elevadas. Com a implantação do Programa, os passos seguintes foram a contratação da uma nova empresa que prestasse o serviço de monitoração pessoal, reduzindo significativamente o custo anual de operação com o contrato único para o hospital; a inclusão de mais sete Serviços que trabalham com radiações ionizantes, aumentando em mais de 60% o número de trabalhadores monitorados; o controle de doses elevadas, principalmente no setor de Hemodinâmica, que apresentou a maior média de dose (0,32 mSv/mês; e a monitoração de área, que foi realizada em períodos intercalados nos pontos considerados de maior risco para a população e os trabalhadores. Paralelamente, o Programa de Monitoração Ocupacional foi informatizado, sendo construído um banco de dados com o propósito de controlar e armazenar as doses funcionais. Com a implantação do Programa, começa-se a compreender os riscos de se trabalhar com radiações ionizantes, a partir dos conceitos de proteção radiológica, e conscientiza-se quanto ao uso correto dos monitores de dose.

  10. Exposição ocupacional a poluição sonora em anestesiologia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Rogério Degrandi Oliveira

    2012-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Os efeitos nocivos da poluição sonora em ambientes de trabalho são bem conhecidos e descritos na literatura. Os efeitos da exposição prolongada a ruídos em áreas que demandam alto nível de concentração, como as salas de operações, dependem da variabilidade nas respostas individuais e da intensidade das diferentes fontes geradoras. O objetivo deste trabalho é apresentar uma revisão sobre a exposição ocupacional a poluição sonora em Anestesiologia. CONTEÚDO: São discutidos os resultados dos principais artigos da literatura sobre o tema, envolvendo as fontes de poluição sonora e seus efeitos sobre os profissionais, em especial o anestesiologista. É dada ênfase a legislação e as recomendações para a minimização dos efeitos imputados à poluição sonora.

  11. Fatores de risco associados ao comportamento alimentar inadequado em futebolistas

    OpenAIRE

    Leonardo de Sousa Fortes; Marcelo de Oliveira Matta; Santiago Tavares Paes; Maria Elisa Caputo Ferreira

    2012-01-01

    O comportamento alimentar inadequado (CAI) parece estar associado a diversos fatores. No entanto, a população de atletas, principalmente do sexo masculino, é carente de investigações deste tipo. O objetivo do presente estudo foi identificar fatores de risco para o CAI em jovens futebolistas. Foram avaliados 271 futebolistas de Juiz de Fora/MG. Avaliou-se o CAI mediante aplicação do Eating Attitudes Test (EAT-26). A insatisfação corporal foi verificada por intermédio do Body Shape Questionnair...

  12. Trabalho infantil em Pelotas: perfil ocupacional e contribuição à economia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Augusto Facchini

    Full Text Available O trabalho infantil é um fenômeno global de grandes proporções, especialmente em países em desenvolvimento. Estima-se que, em todo o mundo, 352 milhões de crianças e adolescentes menores de 18 anos são economicamente ativos, incluindo atividades remuneradas, trabalho não-pago, ilegal e no setor informal da economia. No Brasil, cerca de 9,3 milhões de crianças entre 10 e 17 anos trabalham. Os estudos sobre a contribuição econômica das crianças à renda familiar são escassos. Este artigo apresenta o perfil ocupacional e a contribuição econômica de crianças e adolescentes, com destaque para aspectos relacionados à idade, ao gênero, à escolaridade e à situação socioeconômica de suas famílias em uma amostra de 4.924 indivíduos entre 6 e 17 anos, representativa dos setores urbanos pobres de Pelotas. As crianças e adolescentes trabalhadores contribuíam em média com 18% da renda familiar. Dos que trabalhavam, metade contribuía no mínimo com 10% da renda familiar e um quarto respondia por 25% ou mais da renda familiar. Quanto menor a renda familiar dos adultos, maior a proporção da contribuição de crianças e adolescentes à renda familiar total, maior a exclusão escolar de adolescentes trabalhadores e maior a jornada de trabalho infanto-juvenil.

  13. Trabalho infantil em Pelotas: perfil ocupacional e contribuição à economia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Facchini Luiz Augusto

    2003-01-01

    Full Text Available O trabalho infantil é um fenômeno global de grandes proporções, especialmente em países em desenvolvimento. Estima-se que, em todo o mundo, 352 milhões de crianças e adolescentes menores de 18 anos são economicamente ativos, incluindo atividades remuneradas, trabalho não-pago, ilegal e no setor informal da economia. No Brasil, cerca de 9,3 milhões de crianças entre 10 e 17 anos trabalham. Os estudos sobre a contribuição econômica das crianças à renda familiar são escassos. Este artigo apresenta o perfil ocupacional e a contribuição econômica de crianças e adolescentes, com destaque para aspectos relacionados à idade, ao gênero, à escolaridade e à situação socioeconômica de suas famílias em uma amostra de 4.924 indivíduos entre 6 e 17 anos, representativa dos setores urbanos pobres de Pelotas. As crianças e adolescentes trabalhadores contribuíam em média com 18% da renda familiar. Dos que trabalhavam, metade contribuía no mínimo com 10% da renda familiar e um quarto respondia por 25% ou mais da renda familiar. Quanto menor a renda familiar dos adultos, maior a proporção da contribuição de crianças e adolescentes à renda familiar total, maior a exclusão escolar de adolescentes trabalhadores e maior a jornada de trabalho infanto-juvenil.

  14. Fatores de risco para leptospirose, relacionados à atividade laboral em agricultores de arroz em uma cidade do nordeste do Brasil, 2008.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Pereira Vasconcelos de Oliveira

    2014-09-01

    Full Text Available Em 07/2008 o município de Várzea Alegre/CE notificou 350 casos suspeitos de leptospirose em agricultores de arroz e uma investigação foi realizada para identificar os fatores de risco. Um estudo de caso controle (1:2 de base populacional foi conduzido de janeiro a julho de 2008. O caso foi o individuo que apresentou titulo de anticorpos para leptospirose maior ou igual a 1:100 pelo método da soroaglutinação microscópica e o controle foi o individuo saudável que não apresentou títulos de anticorpos para leptospirose selecionado aleatoriamente. Entre os 85 casos identificados, 73(86% eram do sexo masculino; a mediana de idade foi de 19 anos (10-74 e mais de 60% dos casos referiram febre, mialgia, cefaleia e calafrios. No primeiro modelo teórico, ser do sexo masculino (OR:4;IC95%:2.3-9.4 e trabalhar na lavoura de arroz (OR:2.9;IC95%:2.1-6.8 foram associados a doença. No segundo modelo, usar roupas curtas (OR:5.3;IC95%:1.6-17.5 e mais de 8 horas trabalhados na lavoura (OR:3.9;IC95%:1.1-14.6 foram associados. Os principais fatores de risco identificados foram relacionados à atividade ocupacional e ao não uso de roupas de proteção individual e exposição prolongada ao ambiente de trabalho. Recomendamos o fortalecimento das políticas de saúde do trabalhador rural, aprimoramento do acesso desses agricultores às informações sobre os riscos e incentivá-los ao uso de equipamentos de proteção individual nas atividades de campo.

  15. Hipercolesterolemia em escolares e seus fatores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleunice Luzia Smania Coronelli

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar os fatores de risco da hipercolesterolemia em escolares de sete a dez anos de idade. MÉTODOS: Estudo caso-controle, desenvolvido com 172 escolares do Município de Campinas, SP, pareados conforme sexo e trimestre de idade. Considerou-se caso a hipercolesterolemia, diagnosticada quando a criança apresentava colesterol ³200 mg/dL, e controle quando a criança apresentava colesterol entre 140 e 170 mg/dL. Além da coleta de sangue para a dosagem do nível de colesterol, foram levantados dados sobre pressão arterial, índice de massa corporal e história familiar de doenças cardiovasculares. Os dados foram analisados por correlação bivariada usando o teste t para as variáveis quantitativas e o qui-quadrado para a história familiar de doenças cardiovasculares. O odds-ratio foi usado para estimar o risco de hipercolesterolemia. RESULTADOS: A média do colesterol encontrada foi de 215 mg/dL nos casos e de 154 mg/dL nos controles. A média da pressão arterial sistólica foi de 107 mmHg nos casos e de 106 mmHg nos controles e da diastólica foi de 67 mmHg nos casos e 68 mmHg nos controles. O índice de massa corporal (Kg/m² apresentou média de 18,2 nos casos e de 17,1 nos controles. A análise bivariada mostrou associação entre hipercolesterolemia e índice de massa corporal (p=0,048. O odds ratio apontou a obesidade como fator de risco para a hipercolesterolemia (OR=2,17; IC=1,05 a 4,45. CONCLUSÕES: Os resultados apontaram a obesidade como fator de risco da hipercolesterolemia.

  16. Hipercolesterolemia em escolares e seus fatores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Coronelli Cleunice Luzia Smania

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar os fatores de risco da hipercolesterolemia em escolares de sete a dez anos de idade. MÉTODOS: Estudo caso-controle, desenvolvido com 172 escolares do Município de Campinas, SP, pareados conforme sexo e trimestre de idade. Considerou-se caso a hipercolesterolemia, diagnosticada quando a criança apresentava colesterol superscript three200 mg/dL, e controle quando a criança apresentava colesterol entre 140 e 170 mg/dL. Além da coleta de sangue para a dosagem do nível de colesterol, foram levantados dados sobre pressão arterial, índice de massa corporal e história familiar de doenças cardiovasculares. Os dados foram analisados por correlação bivariada usando o teste t para as variáveis quantitativas e o qui-quadrado para a história familiar de doenças cardiovasculares. O odds-ratio foi usado para estimar o risco de hipercolesterolemia. RESULTADOS: A média do colesterol encontrada foi de 215 mg/dL nos casos e de 154 mg/dL nos controles. A média da pressão arterial sistólica foi de 107 mmHg nos casos e de 106 mmHg nos controles e da diastólica foi de 67 mmHg nos casos e 68 mmHg nos controles. O índice de massa corporal (Kg/msuperscript two apresentou média de 18,2 nos casos e de 17,1 nos controles. A análise bivariada mostrou associação entre hipercolesterolemia e índice de massa corporal (p=0,048. O odds ratio apontou a obesidade como fator de risco para a hipercolesterolemia (OR=2,17; IC=1,05 a 4,45. CONCLUSÕES: Os resultados apontaram a obesidade como fator de risco da hipercolesterolemia.

  17. Estresse ocupacional em profissionais de saúde: um estudo com enfermeiros portugueses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Rui Gomes

    Full Text Available Este trabalho analisa o estresse ocupacional em 286 enfermeiros de hospitais e centros de saúde portugueses. Avaliaram-se as fontes de estresse, o burnout, os problemas de saúde física, a satisfação e a realização profissional. Os resultados apontaram 30% de enfermeiros com experiências significativas de estresse e 15% com problemas de exaustão emocional. As análises de regressão múltipla apontaram maior capacidade preditiva das dimensões de estresse na exaustão emocional, na saúde física, na satisfação e na realização profissional. As análises comparativas evidenciaram maiores problemas de estresse e reações mais negativas ao trabalho nas mulheres, nos enfermeiros mais novos e com menor experiência, nos trabalhadores com contratos a prazo, nos profissionais que realizam trabalho por turnos e nos que trabalham mais horas.

  18. Dor musculoesquelética e vulnerabilidade ocupacional em trabalhadores do setor público municipal em Belo Horizonte, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Judith Esteves Fantini

    2014-12-01

    Full Text Available Este artigo buscou descrever o perfil dos trabalhadores no setor público municipal em relação à ocorrência autorreferida de dor musculoesquelética (DME. Em 2009, foi realizado um estudo seccional em Belo Horizonte que avaliou características sociodemográficas, funcionais, condição de saúde, hábitos e qualidade de vida, por meio de questionário autoaplicado. Utilizou-se o método Grade of Membership (GoM para definir os perfis e os graus de pertencimento a cada perfil particular. Três perfis de referência foram identificados: trabalhador com dor; trabalhador sem dor; não respondentes. Diante dos perfis de referência, a tipologia de associação entre trabalho e ocorrência autorreferida de DME classificou 89,9% da amostra. A tipologia foi organizada em cinco perfis: misto (4,1%; trabalhador doente (12,0%; trabalhador mais vulnerável à DME (16,9%; trabalhador menos vulnerável à DME (22,6%; e trabalhador saudável (34,3%. A análise dos perfis permitiu esclarecer as conexões entre DME e os fatores físicos e psicossociais do trabalho no serviço público municipal, indicando vias para a reflexão sobre as iniquidades em saúde musculoesquelética e a vulnerabilidade ocupacional.

  19. Risco de queda em idosos institucionalizados com doença de Alzheimer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Lima Ferreira

    2014-03-01

    Full Text Available Este estudo objetivou avaliar o risco de queda em idosos portadores de doença de Alzheimer, residentes em uma Instituição de Longa Permanência, por meio da escala de Tinetti, e correlacionar os dados com os escores de risco. Foram avaliados 20 idosos, a maioria (75% do sexo feminino com idade média de 77,8 ± 10,3 anos. Foram encontrados maiores escores para alto risco de queda nos idosos portadores de DA (70% com um coeficiente de correlação (r = 0,9999 extremamente significante (p = 0,0079.

  20. Coping em jovens frente à expectativa de inserção ocupacional e indicadores de depressão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Artur Peçanha de Miranda Coelho

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho consistiu em investigar o papel do pensamento construtivo e da estratégia de coping frente à expectativa de inserção ocupacional e suas conseqüências em relação a indicadores de depressão em uma população não clínica de estudantes. Participaram deste estudo 413 estudantes, sendo 35,7% do terceiro ano do ensino médio e 24,4% do ensino superior da cidade de Areia (área rural, e 14,4% do terceiro ano do ensino médio e 25,4% do ensino superior da cidade de João Pessoa (área urbana. De acordo com os resultados, os jovens que utilizam os recursos de coping, tais como coping comportamental e emocional (dimensões do pensamento construtivo e coping direto (dimensão das estratégias de coping, são os que melhor enfrentam as pressões da transição da escola/universidade para o mercado de trabalho, com menores níveis de depressão e melhores expectativas de inserção ocupacional.

  1. Imagem corporal e fatores de risco em praticantes de caminhada da cidade do Natal-RN

    OpenAIRE

    Silva Filho, Lindomar da

    2009-01-01

    Imagem corporal é a figura de nossos corpos construída em nossas mentes e o grau de insatisfação geralmente está associada a fatores de risco identificados por medidas antropométricas. O objetivo desse estudo descritivo foi avaliar os fatores de risco decorrentes das variáveis morfológicas e funcionais associadas à percepção de autoimagem em 130 praticantes de caminhada de meia-idade da zona sul da cidade de Natal, subdivididos em quatro grupos em função do gênero e faixa etária. Como instrum...

  2. Perfil epidemiológico e ocupacional dos anestesiologistas inseridos no mercado de trabalho de Belo Horizonte, Minas Gerais, em 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bárbara Silva Neves

    2012-10-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Exposto aos diversos fatores de riscos ocupacionais, o anestesiologista deve saber como vivenciar as situações relacionadas ao trabalho e à vida cotidiana para que o adoecimento não faça parte da sua realidade. O conhecimento do trabalho através do trabalhador é uma forma de buscar a fundo o universo que cerca o profissional para que soluções eficientes aumentem a satisfação e minimizem os danos. O objetivo desta investigação é traçar um perfil epidemiológico e ocupacional do anestesiologista de Belo Horizonte, Minas Gerais. MÉTODOS: Estudo quantitativo, transversal, aleatório entre os membros da Sociedade de Anestesiologia de Minas Gerais. Dados coletados através de questionário específico, incluindo o CAGE, para avaliação do alcoolismo, e o Self-Report Questionnaire (SRQ-20, para avaliação da prevalência dos transtornos mentais comuns (TMC. RESULTADOS: Houve um predomínio de homens (62,4% trabalhando em esquema de plantão (91,1%, tanto diurno quanto noturno. A média de plantões noturnos foi de 5,4% nos últimos 30 dias. A maior parte deles (88,3% em serviços de urgência. A maioria dos profissionais considerase muito cansada e sobrecarregada ou muito sobrecarregada, porém se diz realizada com o trabalho. Houve associação estatística entre CAGE positivo e sobrecarga de trabalho e entre esse e o SRQ-20. CONCLUSÕES: O universo estudado mostra o médico anestesiologista como um profissional bastante sobrecarregado, o que vai de encontro às tendências da profissão médica. Atenção importante deve ser dada a esse profissional, que vive cercado de danosos riscos ocupacionais.

  3. Estudo retrospectivo dos níveis de ácido hipúrico urinário em exames de toxicologia ocupacional A retrospective study analysis of urinary hippuric acid levels in occupational toxicology exams

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Cristina Gonzalez

    2010-06-01

    Full Text Available O ácido hipúrico é o principal metabólito do tolueno, solvente amplamente utilizado em processos industriais e com importantes efeitos tóxicos, fato que justifica a preocupação em monitorar regularmente sujeitos com risco de exposição ocupacional a este solvente. O objetivo deste trabalho foi avaliar os níveis de ácido hipúrico encontrados em trabalhadores submetidos à monitorização biológica. Foi realizado um estudo retrospectivo com dados dos anos de 2002 a 2005, no qual foram analisados os resultados e a situação do empregado na oportunidade do exame (periódico, demissional e admissional. Os resultados indicam uma redução significativa nos níveis de ácido hipúrico em 2005. Exames periódicos obtiveram resultados superiores aos exames admissionais e demissionais, e não foi verificada diferença significativa nas proporções dos sujeitos agrupados de acordo com a situação funcional em cada um dos intervalos estabelecidos segundo o valor de referência e o índice biológico máximo permitido. Os níveis de ácido hipúrico detectados indicam um baixo de risco de exposição ao tolueno na população avaliada, provavelmente em decorrência da preocupação crescente com a implantação de medidas de higiene ocupacional.Hippuric acid is the primary metabolite of toluene, a solvent widely used in industrial processes with considerable toxic effects, a fact which justifies regularly monitoring individuals with occupational exposure to this solvent. This work aims at evaluating urinary hippuric acid levels found in workers subject to biological monitoring. A retrospective study was carried out with data referring from 2002 to 2005, in which exams results and employment status were analyzed (periodic, post-employment, and pre-employment exams. Results indicate a significant reduction in hippuric acid levels for 2005. Periodic exams presented higher results than pre-employment and post-employment exams. No significant

  4. Análise do risco ruído em indústria de confecção de roupa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Dalapicula Barcelos

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo : verificar a presença do ruído em indústria de confecção de roupas, visto que este risco é pouco difundido nas pesquisas relacionadas a este ambiente de trabalho.Métodos : a empresa escolhida foi uma fábrica de confecção de roupa localizada em Colatina no Espírito Santo/Brasil. Foram analisados os dois setores com maior risco ruído na empresa, após a exclusão dos funcionários com menos de cinco anos de trabalho neste local, totalizamos uma amostra de seis funcionários. Os trabalhadores selecionados responderam questionário sobre informações e sintomas auditivos e posteriormente, foram analisadas as audiometrias realizadas nos últimos cinco anos.Resultados : por meio de medições realizadas nos setores analisados, constatou-se produção de ruído de 83,5 a 97,8 dB(A. Após observar o histórico das audiometrias, obteve-se 83% dos trabalhadores, destes setores, sem perda auditiva, 16% com perda ocupacional, sendo classificada como estável. Os dados levantados no questionário revelaram que 33% dos trabalhadores sentem-se irritados quando expostos a sons elevados, 50% sentem-se estressados após a jornada de trabalho, e nenhum trabalhador relatou queixa de zumbido, insônia ou dificuldade em entender as pessoas.Conclusão : este ambiente de trabalho apresenta risco ruído, uma vez constatados os níveis de pressão sonora no qual os trabalhadores são expostos durante a jornada de trabalho, bem como a presença de perda auditiva ocupacional, mesmo em menor escala – atribuído ao tempo mínimo de cinco anos de serviços prestados utilizado na pesquisa.

  5. Fatores de risco em cirurgias de cabeça e pescoço

    OpenAIRE

    Oliveira,Benedito Valdecir de; Ramos,Gyl Henrique Albrecht; Hilgenberg,Andrea; Tomasich, Flávio Daniel Saavedra; Pedruzzi,Paola Andrea Galbiatti; Yamanouchi,Clarice Nana

    1998-01-01

    Os estudos publicados quanto aos exames pré-operatórios mostram-se controversos e poucos abordam os riscos especificamente em cirurgias de cabeça e pescoço. O objetivo deste estudo foi identificar fatores de risco em cirurgia de cabeça e pescoço para, a partir destes, estabelecer uma rotina pré-operatória racionalizada que permita identificar o grupo de pacientes mais afetados e diminuir as taxas de complicação e mortalidade. Foram avaliados em 17 meses, 382 pacientes submetidos a cirurgia de...

  6. Avaliação da presença de risco para queda em idosos

    OpenAIRE

    Tatiana Rocha Machado; Célida Juliana de Oliveira; Francisca Bertilia Chaves Costa; Thelma Leite de Araujo

    2009-01-01

    As quedas são um importante fator causal para a dependência dos idosos, pois, estão relacionadas a um índiceelevado de incapacidade e de mortalidade. Objetivou-se avaliar os fatores de risco para quedas presentes em umgrupo de idosos de acordo com o diagnóstico de enfermagem “Risco para quedas” da NANDA (versão 2001/2002) edeterminar o grau de susceptibilidade aumentado para quedas nos idosos segundo a “Escala de risco de quedas deDownton”. Estudo descritivo realizado com 24 idosos no período...

  7. Uma análise do acontecimento "crianças e jovens em risco"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Cristina Silveira Lemos

    2014-04-01

    Full Text Available Este artigo problematiza o acontecimento risco, em uma vertente histórica e política. Apresenta um panorama do debate sobre esta categoria analítica, desnaturalizando-a. Em uma segunda parte do texto, busca-se tecer uma descrição de como o acontecimento risco entrou em cena na política de proteção às crianças e aos jovens como modo estratégico de defesa social e prevenção. Em seguida, analisa-se como a gestão de riscos é materializada em práticas de conselheiros tutelares no Brasil, após a aprovação do Estatuto da Criança e do Adolescente. O conselho tutelar se torna um órgão central de gerência dos desvios em nome da proteção integral. Conclui-se que gerir riscos implica governar condutas a partir da lógica da sociedade de segurança.

  8. Variáveis pessoais e contextuais associadas a comportamentos de risco em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jana Gonçalves Zappe

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Este estudo investigou o engajamento de adolescentes brasileiros em comportamentos de risco (uso de substâncias, comportamento sexual de risco, comportamento antissocial e comportamento suicida, buscando identificar os fatores de risco e proteção pessoais e contextuais mais associados com esses comportamentos. Métodos Participaram 1.332 adolescentes de 12 a 19 anos (M = 15,68; DP = 1,60, de ambos os sexos. Resultados O engajamento em comportamentos de risco variou em função da idade e do sexo, e o uso de substâncias foi o tipo de comportamento de risco mais prevalente entre os que foram investigados. Os fatores significativamente associados à adoção desses comportamentos foram violência intra- e extrafamiliar, ter amigos próximos ou familiares que usam drogas, eventos estressores e elevado nível de autoeficácia; enquanto os fatores que se mostraram protetores foram elevado nível de autoestima, expectativas positivas quanto ao futuro e percepção de positividade nas relações com família, escola, religião e comunidade. Conclusão O estudo permitiu identificar algumas características da manifestação de comportamentos de risco na adolescência, com destaque para a prevalência mais alta do uso de substâncias e a coocorrência de diferentes tipos de comportamentos de risco. Dentre os fatores de risco mais associados com o engajamento em comportamentos de risco, destacaram-se a presença de eventos estressores ao longo da vida e a proximidade com amigos que usam drogas. A partir disso, sugere-se investir na minimização de fatores de risco e na potencialização de fatores protetivos para a promoção do desenvolvimento saudável durante a adolescência.

  9. Análise do Estresse Ocupacional em Motoristas de Coletivo Urbano na Cidade de Belo Horizonte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marciana Gonçalves de Matos

    2015-04-01

    Full Text Available  O objetivo deste estudo foi analisar o estresse ocupacional dos motoristas que atuam em empresas de transporte coletivo urbano de Belo Horizonte/MG. A abordagem foi de natureza quantitativa, descritiva por meio de survey realizado com 124 motoristas. Os resultados apontaram que 54,8% dos motoristas pesquisados apresentaram manifestações de estresse, sendo 2% na fase de alerta, 94% na fase de resistência e 4% na fase de quase exaustão. Em relação aos sintomas, estes manifestaram tanto no plano físico como psíquico. Os sintomas físicos prevalentes foram tensão muscular, boca seca, sensação de desgaste físico e insônia. Já o sintoma psíquico mais vidente foi à irritabilidade. Em relação às causas do estresse apontadas com maior frequência, por ordem de importância, foi o trânsito lento, grande número de veículos em circulação nas vias públicas, o curto espaço de tempo para realização das viagens e, por fim, a relação conflituosa com os passageiros.   

  10. Fator de risco: enfoque na disciplina enfermagem em centro cirúrgico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estela Regina Ferraz Bianchi

    1986-09-01

    Full Text Available Foi abordado o tema da assistência de enfermagem em centro cirúrgico dentro de uma visão do "enfoque de risco" para o paciente cirúrgico, considerando os vários riscos que podem acarretar agravos à sua saúde. Os fatores de risco foram abordados em relação ao ambiente físico, material e equipamento, pessoal e ao próprio paciente. Estes aspectos foram relacionados à área do centro cirúrgico, de recuperação anestésica e ao centro de material. O trabalho foi desenvolvido com dois grupos de alunos da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, cursando o 5º semestre de graduação, visando auxiliá-los como futuros profissionais a desenvolver uma melhor assistência de enfermagem ao paciente cirúrgico.

  11. O que é comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar comportamento de risco para transtornos alimentares (TA e sua frequência entre adolescentes em uma revisão da literatura nacional e internacional. MÉTODOS: Foi realizada uma busca bibliográfica por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicinee Lilacs e no portal SciELO,utilizando-se os descritores relacionados à "eating disorder risk behavior". Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, espanhol e inglês, e especificamente com adolescentes. Foram avaliados 76 artigos e analisados a nomenclatura e os instrumentos utilizados para avaliar comportamento de risco para TA e sua prevalência. RESULTADOS: Encontrou-se uma série de termos para avaliar risco para TA. A metodologia mais utilizada foi a de questionários e escalas, destacando-se o EAT-26 ou 40 e o BITE, dentre os mais frequentes; a prevalência de risco variou de 0,24% a 58,4%. CONCLUSÃO: Diferentes nomenclaturas e instrumentos são utilizados para avaliar comportamento de risco para TA entre adolescentes, com grande amplitude nos resultados de prevalência. Maior padronização de termos e metodologia de avaliação permitiriam melhor comparação entre estudos epidemiológicos em diferentes localidades.

  12. Fatores de risco para complicações em extremidades inferiores de pessoas com diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Emília Pace

    2002-10-01

    Full Text Available O estudo analisou fatores de risco para complicações em pés de pessoas com diabetes em Unidade Ambulatorial. Os dados foram obtidos por meio de entrevista semi-estruturada, avaliação de pés e exames laboratoriais. Os riscos tiveram a análise segundo Zavala e Braver e Sistema de Classificação do Consenso Internacional sobre Pé Diabético, mediante estatística descritiva. Nos resultados, a idade média foi 53,3±13 anos, tempo da doença 12,9±9 e 58% tinham ensino fundamental incompleto. Dentre os riscos, identificou-se complicações microvasculares, hipertensão arterial, nível glicêmico inadequado, sedentarismo, uso de sapatos inapropriados, somadas às alterações dermatológicas e estruturais. No risco para úlceras, obteve-se 19,1% entre as categorias 2 e 3. Os dados reforçaram necessidade de atendimento primário com ênfase na avaliação de riscos e educação do paciente.

  13. Aplicação preliminar do método QRAM para avaliação de riscos para segurança ocupacional na construção civil Preliminary application of QRAM method for safety risk assessment in civil construction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Abel Pinto

    2012-01-01

    Full Text Available A segurança ocupacional é imprescindível na indústria da construção civil e a análise e avaliação de riscos para a segurança ocupacional (AARSO é o primeiro e fundamental passo para alcançá-la, baseado na definição e implementação de programas de prevenção. A AARSO é um processo complexo, que implica a consideração e análise de muitos parâmetros quantitativos e/ou qualitativos que são difíceis de quantificar. As metodologias AARSO utilizadas na indústria da construção civil são baseadas em informação sujeita a incerteza (sendo tratada por técnicas probabilísticas e/ou estatísticas, difusa, imprecisa e/ou incompleta. Isso implica algumas limitações, como, por exemplo, obrigar os analistas a estimar parâmetros ou efetuar comparações com outros canteiros de obras (o que afasta do sistema real em estudo. O objetivo inicial deste estudo foi efetuar a pré-validação de um método AARSO, o QRAM, em duas cidades brasileiras, de médio e grande porte.Risk Assessment for Health and Safety (RAH&S of workers is a complex task that involves the consideration of many parameters that are, quite often, difficult to quantify. RAH&S in the construction industry is filled with inadequate data and/or imprecise and incomplete information, particularly in the design stage - to which traditional quantitative approaches do not have adequate answers. This study outlines the basic aspects for a Qualitative Risk Assessment Model (QRAM based on elicited data, using fuzzy logic approach. The model was pre-validated in two Brazilian municipalities: Bauru, in the State of Sao Paulo, and Curitiba, in the State of Parana.

  14. Aplicação preliminar do método QRAM para avaliação de riscos para segurança ocupacional na construção civil Preliminary application of QRAM method for safety risk assessment in civil construction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Abel Pinto

    2013-06-01

    Full Text Available A segurança ocupacional é imprescindível na indústria da construção civil e a análise e avaliação de riscos para a segurança ocupacional (AARSO é o primeiro e fundamental passo para alcançá-la, baseado na definição e implementação de programas de prevenção. A AARSO é um processo complexo, que implica a consideração e análise de muitos parâmetros quantitativos e/ou qualitativos que são difíceis de quantificar. As metodologias AARSO utilizadas na indústria da construção civil são baseadas em informação sujeita a incerteza (sendo tratada por técnicas probabilísticas e/ou estatísticas, difusa, imprecisa e/ou incompleta. Isso implica algumas limitações, como, por exemplo, obrigar os analistas a estimar parâmetros ou efetuar comparações com outros canteiros de obras (o que afasta do sistema real em estudo. O objetivo inicial deste estudo foi efetuar a pré-validação de um método AARSO, o QRAM, em duas cidades brasileiras, de médio e grande porte.Risk Assessment for Health and Safety (RAH&S of workers is a complex task that involves the consideration of many parameters that are, quite often, difficult to quantify. RAH&S in the construction industry is filled with inadequate data and/or imprecise and incomplete information, particularly in the design stage - to which traditional quantitative approaches do not have adequate answers. This study outlines the basic aspects for a Qualitative Risk Assessment Model (QRAM based on elicited data, using fuzzy logic approach. The model was pre-validated in two Brazilian municipalities: Bauru, in the State of Sao Paulo, and Curitiba, in the State of Parana.

  15. Percepções de profissionais de enfermagem sobre intervenções de Terapia Ocupacional em Saúde Mental em hospital universitário Percepciones de profesionales de enfermería sobre intervenciones de Terapia Ocupacional en Salud Mental en hospital universitario Perceptions of professional nurses about occupational therapy interventions in mental health at a university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Tedesco

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer as percepções de profissionais de enfermagem sobre intervenções grupais de Terapia Ocupacional em Saúde Mental realizadas com pacientes internados em um hospital universitário. MÉTODOS: Estudo de abordagem qualitativa do tipo descrito. As anotações das coordenadoras dos grupos de Terapia Ocupacional foram analisadas em relação às entrevistas abertas junto a n enfermeiras e n técnicos de enfermagem que participaram das intervenções grupais de Terapia Ocupacional pelo período de dois anos. As respostas foram submetidas à análise do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC. RESULTADOS: Foram identificadas quatro ideias centrais do DSC: a Terapia Ocupacional como favorecedora do cuidado integrado, valorizando o sujeito e sua experiência; a terapia ocupacional como processo de ajuda e cuidado para a própria equipe; o grupo de Terapia Ocupacional como espaço de ressonância e facilitação no manejo com o paciente em razão da percepção de aspectos relacionais. CONCLUSÃO: As estratégias foram percebidas, quer como promotoras da reorganização da situação vivida pelo paciente na internação, quer como oportunidades de ensino e apoio para a equipe de enfermagem.OBJETIVO: Conocer las percepciones de profesionales de enfermería sobre intervenciones grupales de Terapia Ocupacional en Salud Mental realizadas con pacientes internados en un hospital universitario. MÉTODOS: Estudio de abordaje cualitativo del tipo descrito. Las anotaciones de las coordinadoras de los grupos de Terapia Ocupacional fueron analizadas en relación a las entrevistas abiertas junto a n enfermeras y n técnicos de enfermería que participaron de las intervenciones grupales de Terapia Ocupacional por el período de dos años. Las respuestas fueron sometidas al análisis de Discurso del Sujeto Colectivo (DSC. RESULTADOS: Se identificaron cuatro ideas centrales del DSC: la Terapia Ocupacional como favorecedora del cuidado integrado, valorizando

  16. O cotidiano, o lúdico e as redes relacionais: a artesania do cuidar em terapia ocupacional no hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea do Amparo Carotta de Angeli

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é refletir sobre os modos de fazer, sentir e conduzir as ações de contar histórias em uma enfermaria pediátrica. Essas ações decorrem de atividades de extensão universitária, no âmbito da terapia ocupacional. A reflexão, realizada a partir da revisão de literatura e discussão sobre anotações de campo do projeto, pauta-se por norteadores teóricos baseados nas tecnologias do cuidado e no brincar dentro do contexto das intervenções no hospital, sob a perspectiva da integralidade e da humanização do cuidado. A contação de histórias é apresentada enquanto forma de promover escuta, acolhimento, afetações diversas e processos vinculares, possibilitando a constituição de uma rede de sustentabilidade relacional, envolvendo os atores que circulam na enfermaria. Reafirma, assim, as práticas profissionais em saúde no hospital a partir de uma construção permanente junto ao sujeito por meio de ferramentas tecnológicas singularizadoras que promovam encontros-acontecimentos.

  17. O cotidiano, o lúdico e as redes relacionais: a artesania do cuidar em terapia ocupacional no hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea do Amparo Carotta de Angeli

    2012-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é refletir sobre os modos de fazer, sentir e conduzir as ações de contar histórias em uma enfermaria pediátrica. Essas ações decorrem de atividades de extensão universitária, no âmbito da terapia ocupacional. A reflexão, realizada a partir da revisão de literatura e discussão sobre anotações de campo do projeto, pauta-se por norteadores teóricos baseados nas tecnologias do cuidado e no brincar dentro do contexto das intervenções no hospital, sob a perspectiva da integralidade e da humanização do cuidado. A contação de histórias é apresentada enquanto forma de promover escuta, acolhimento, afetações diversas e processos vinculares, possibilitando a constituição de uma rede de sustentabilidade relacional, envolvendo os atores que circulam na enfermaria. Reafirma, assim, as práticas profissionais em saúde no hospital a partir de uma construção permanente junto ao sujeito por meio de ferramentas tecnológicas singularizadoras que promovam encontros-acontecimentos.

  18. Risco de suicídio em paciente alcoolista com depressão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Lucia Spear King

    2006-01-01

    Full Text Available Dependência do álcool é o consumo excessivo com perda do controle apesar das conseqüências prejudiciais decorrentes. A depressão se caracteriza por um período longo e contínuo de humor deprimido com sintomas específicos. Procuramos ressaltar a importância do tratamento da co-morbidade da depressão em pacientes alcoolistas a fim de prevenir complicações como o risco de suicídio. O suicídio e a depressão em adolescentes e adultos representam maior risco com o uso indevido do álcool. A depressão em pacientes alcoolistas precede as tentativas de suicídio na maioria dos casos. Relatamos um caso grave de paciente dependente do álcool com depressão e risco de suicídio atendido no ambulatório do Programa de Estudos e Assistência ao Uso Indevido de Drogas do Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PROJAD/IPUB/UFRJ. O tratamento consistiu no uso de antidepressivos e psicoterapia cognitivo-comportamental. O tratamento da depressão do paciente associou-se a maior adesão à terapêutica, prevenção de recaídas no alcoolismo e redução do risco de suicídio. O diagnóstico precoce da depressão como co-morbidade em paciente dependente de álcool realizado por profissionais treinados é indispensável para o tratamento adequado e para minimizar o risco de suicídio.

  19. Riscos ocupacionais para a equipe de enfermagem que trabalha em hemodiálise

    OpenAIRE

    2012-01-01

    Este estudo tem como objetivo analisar riscos ocupacionais, aos quais a enfermagem está exposta no cuidado em hemodiálise. Defende-se a tese de que medidas de segurança são negligenciadas para os riscos ocupacionais que não são vistos ou sentidos. A investigação foi composta de dois momentos sendo o primeiro a análise da ocorrência de riscos no reprocessamento de sistemas de hemodiálise por inquérito recordatório. Quatro enfermeiras e oito técnicos enfermagem do hospital-escola responderam ao...

  20. Ciclosporina: Riscos em Idade Pediátrica

    OpenAIRE

    Antunes, J.(Laboratório de Instrumentação e Fısica Experimental de Partículas, Lisboa, Portugal); Gouveia, C.; Brito, MJ

    2010-01-01

    Introdução: A eficácia e segurança da ciclosporina têm sido demonstradas em patologias inflamatórias dermatológicas, nomeadamente psoríase e eczema, em adultos e crianças. Na idade pediátrica o seu uso é no entanto ainda limitado. Apresentamos três casos clínicos em que a ciclosporina, foi interrompida por aparecimento de complicações. Este trabalho visa alertar para potenciais efeitos secundários da ciclosporina, a fim de evitar utilizações abusivas. Casos clínicos: Foram submetidas...

  1. Modelo computacional para determinação do risco econômico em culturas irrigadas

    OpenAIRE

    Patricia Angélica Alves Marques

    2005-01-01

    As empresas agrícolas atuam sob condições de risco, dessa maneira a utilidade de modelos determinísticos para fins de planejamento torna-se relativamente limitada. Isto implica na necessidade de não se desprezar a aleatoriedade de determinados coeficientes e introduzir o risco na análise do projeto. Com este objetivo, desenvolveu-se uma ferramenta na forma de um Modelo Computacional para Determinação do Risco Econômico em Culturas Irrigadas, para o ambiente Windows XP em linguagem Delphi 7.0...

  2. MORTALIDADE PERINATAL EM GESTANTES DE ALTO RISCO EM UM HOSPITAL TERCIÁRIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Alves Ferreira Silva

    2014-03-01

    Full Text Available Introdução: A mortalidade perinatal, é um importante indicador de qualidade da atenção médica à gestante e ao recém-nascido. Esse estudo teve como objetivo identificar possíveis causas de mortalidade perinatal em gestantes de alto risco em um hospital terciário de Porto Velho, Rondônia. Metodologia: Realizou-se um estudo transversal descritivo de julho a dezembro de 2010, sendo a amostra composta por 48 gestantes considerando período gestacional de 22 semanas ou mais. Os dados secundários foram coletados de prontuários. Foram analisadas as seguintes variáveis: tipo e evolução do parto, indicadores obstétricos e evolução clínica dos recém-nascidos. Resultados: A taxa de mortalidade perinatal foi de 35,68/1000. A maioria dos partos ocorreu em ambiente hospitalar. 28 (60,9% partos ocorreram por via vaginal, a faixa etária variou entre 15 e 43 anos. Em relação à duração da gestação, 36,2% das gestantes se encontravam entre 32 a 37 semanas. Quanto às consultas pré-natais, a maiorias das gestantes realizaram entre 3 e 4 consultas, 42,3%. Os diagnósticos maternos mais comuns foram infecção urinária (22,9% e trabalho de parto prematuro (22,9%. Em relação ao diagnóstico dos produtos, 47,9% eram natimortos e 20,8% apresentaram mal formação congênita. Conclusão: A taxa de mortalidade perinatal é elevada quando comparada com instituições similares. Infecção urinária e parto prematuro foram às causas mais frequentes de mortalidade perinatal, seguidas por eclampsia e coriamnionite.

  3. Assistência prestada à adolescente no momento do parto em uma maternidade de alto risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Juliana Mello da Silva

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar as práticas obstétricas realizadas em adolescentes parturientes atendidas em uma maternidade de alto risco. Métodos: Estudo observacional, de corte transversal, documental e descritivo, realizado com busca em 157 prontuários de parturientes adolescentes atendidas em maternidade de alto risco em Maceió-AL, no período de janeiro a junho/2013. Avaliaram-se variáveis socioeconômicas, práticas obstétricas e clínica, sendo os resultados apresentados em frequência simples. Resultados: Entre as parturientes, a idade variou de 14 a 19 anos, e 96 (61,1% viviam em união estável. Com relação aos dados obstétricos, 125 (79,6% eram primigestas e 73 realizaram de 4 a 6 consultas de pré-natal. Em 107 (68,1% prontuários o partograma não foi encontrado. Entre os partos realizados, em 75 (47,8% os profissionais não realizaram episiotomia, em 110 (70,1% foram realizadas manobras ativas do 3º estágio e 146 (86,6% adolescentes não tiveram complicações clínicas no parto. Conclusão: Evidenciou-se que algumas práticas obstétricas preconizadas pelo Ministério da Saúde estão sendo realizadas com as parturientes adolescentes, mas não são suficientes para uma assistência de qualidade.

  4. Identificação de Riscos em Compras do Setor Público: Um Estudo de Caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio França Santos

    2011-10-01

    Full Text Available No século XXI é comum as organizações atuarem em ambientes dinâmicos onde a execução de suas atividades está associada a riscos muitas vezes difíceis de serem previstos. A identificação desses riscos é desejável, ao passo que é possível economizar esforços e diminuir custos. Nesse sentido, o presente artigo tem o objetivo de analisar uma aquisição do setor público e identificar os riscos no processo. A aquisição selecionada para análise é uma Concorrência Pública, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE. A metodologia utilizada para identificar os riscos no processo de aquisição foi uma entrevista com os agentes públicos envolvidos no processo e a análise da documentação. Os resultados sugerem que seja dada grande importância para a elaboração do Projeto Básico, elemento inicial, bem como aproximar áreas envolvidas e capacitar os agentes públicos nas matérias inerentes ao processo.DOI:10.5585/gep.v2i1.31

  5. Estudo clínico-laboratorial e dos principais fatores de riscos em vacas com distocias.

    OpenAIRE

    Alonso Pereira Silva Filho

    2011-01-01

    A ocorrência de distocias em vacas representa um grande empecilho num sistema de produção, elevando os custos e alguns riscos para a parturiente. Com isso objetivou-se realizar um estudo retrospectivo dos achados clínico-epidemiológicos em vacas acometidas com distocias, atendidas na rotina clínica da Clínica de Bovinos, Campus Garanhuns (CBG) da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), onde foram resgatadas informações das fichas clinicas de vacas (n = 837), com situações de distoc...

  6. Comportamento preventivo e de risco no trânsito referido por mototaxistas regulamentados em Fortaleza

    OpenAIRE

    Lira,Samira Valentim Gama

    2008-01-01

    O acidente de trânsito com motociclistas aumenta sobremaneira, ocasionando lesões graves ou irreversíveis, comprometendo a qualidade de vida do cidadão com repercussão social e econômica para o País. Nesse sentido, o estudo (i) investigou o comportamento preventivo e de risco para o acidente de trânsito referido por mototaxistas regulamentados em Fortaleza, Ceará; (ii) identificou a participação dos mototaxistas regulamentados em atividades educativas e preventivas e sua relação com a ocorrên...

  7. Estrias de distensão na gravidez: fatores de risco em primíparas

    OpenAIRE

    Maia, Marcus; Marçon, Carolina Reato; Rodrigues,Sarita Bartholomei; AOKI, Tsutomu

    2009-01-01

    FUNDAMENTOS: Estrias ocorrem em mais de 70% das gestantes. Elas tendem a se desenvolver a partir da 25ª semana gestacional. Apesar de sua etiologia não ser bem compreendida, aceita-se que a combinação de fatores genéticos com alterações endócrinas e estiramento mecânico da pele tem papel significante. Em função dos diferentes resultados encontrados na literatura, os autores avaliaram os fatores de risco comumente citados com o objetivo de determinar se estão associados com a ocorrência de est...

  8. Prevalência de Fatores de Risco Cardiovascular em Pacientes em Hemodiálise - O Estudo CORDIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jayme Eduardo Burmeister

    2014-06-01

    Full Text Available Fundamentos: Há uma carência de dados epidemiológicos sobre o perfil de risco cardiovascular nos pacientes renais crônicos em hemodiálise no Brasil. Objetivo: O estudo CORDIAL foi planejado para avaliar fatores de risco cardiovascular e acompanhar a evolução de uma população em programa de hemodiálise numa cidade metropolitana do Brasil. Métodos: Todos os pacientes em hemodiálise por doença renal crônica nos quinze centros de nefrologia de Porto Alegre foram considerados para inclusão na fase inicial do estudo CORDIAL. Dados clínicos, laboratoriais e demográficos foram obtidos nos registros médicos, e em entrevistas individuais estruturadas realizadas com todos os pacientes por pesquisadores treinados. Resultados: Foram incluídos 1215 pacientes (97,3% de todos os que estavam em hemodiálise na cidade de Porto Alegre. A média de idade era 58,3 anos, 59,5% eram homens e 62,8% eram brancos. A prevalência de fatores de risco cardiovascular encontrada foi 87,5% para hipertensão, 84,7% para dislipidemia, 73,1% para sedentarismo, 53,7% para tabagismo e 35,8% para diabetes. Em uma análise multivariada ajustada, sedentarismo (p = 0,032; RP 1,08 - IC95%: 1,01-1,15, dislipidemia (p = 0,019; RP 1,08 - IC95%: 1,01-1,14, e obesidade (p < 0,001; RP 1,96 - IC95%: 1,45-2,63 foram mais frequentes em mulheres; e hipertensão (p = 0,018; PR 1,06 - IC95%: 1,01-1,11 e tabagismo (p = 0,006; RP 2,7 - IC95%: 1,79-4,17 foram mais frequentes naqueles com menos de 65 anos. Sedentarismo apresentou uma associação independente com tempo em diálise inferior a 12 meses (p < 0,001; RP 1,23 - IC95%: 1,14-1,33. Conclusão: Pacientes em hemodiálise nesta metrópole do sul do Brasil apresentaram uma prevalência elevada de fatores de risco cardiovascular similar a diversos países do hemisfério norte.

  9. ABORDAGEM GEOAMBIENTAL APLICADA À ANÁLISE DA VULNERABILIDADE E DOS RISCOS EM AMBIENTES URBANOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jader de Oliveira Santos

    2014-08-01

    Full Text Available A sociedade, ao apropriar-se do território e dos recursos naturais, promove significativas modificações nas paisagens, desencadeando uma série de problemas socioambientais. Nas áreas urbanas essas consequências são mais evidentes, em virtude, principalmente, da ocupação desordenada dos ambientes mais vulneráveis, que gera impactos e riscos emergentes. A pretensão deste texto é apresentar a análise geoambiental como instrumento de investigação da vulnerabilidade e dos riscos ambientais em sistemas marcados pela urbanização. Para tanto, utiliza-se como estudo de caso a bacia hidrográfica do rio Cocó, localizada na Região Metropolitana de Fortaleza (CE. Os resultados obtidos mostram a eficácia da aplicação desse tipo de abordagem para a compreensão da distribuição espacial dos riscos e identificação de territórios mais susceptíveis a esses problemas.

  10. Conjunto de Dados Mínimos de Enfermagem: construindo um modelo em sáude ocupacional Conjunto de Datos Mínimos de Enfermería: construyendo un modelo en salud ocupacional Nursing Minimum Data Set: setting up a model occupational health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Tolfo Silveira

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: apresentar o conceito do Conjunto de Dados Mínimos de Enfermagem, incluindo uma visão global dos trabalhos desenvolvidos, e construir um conceito de interesse do Conjunto de Dados Essenciais de Enfermagem na Saúde Ocupacional. MÉTODOS: revisão bibliográfica. RESULTADOS: o Conjunto de Dados Mínimos de Enfermagem aplicado à Saúde Ocupacional, com uma estrutura capaz de captar os dados essenciais dos indivíduos e das organizações, na determinação do processo trabalho-saúde-adoecimento, pode permitir que o enfermeiro conquiste espaço nos serviços de Saúde Ocupacional, na medida em que a coleta e análise destes dados sejam transformadas em informação. CONCLUSÕES: como ferramenta de suporte para a prática profissional, este estudo em desenvolvimento tem a finalidade de construir um modelo de Conjunto de Dados em Enfermagem na Saúde Ocupacional.OBJETIVOS: presentar el concepto del Conjunto de Datos Mínimos de Enfermería, incluyendo una visión global de los trabajos desarrollados, y construir un concepto de interés del Conjunto de Datos Esenciales de Enfermería en Salud Ocupacional. MÉTODOS: revisión bibliográfica. RESULTADOS: el Conjunto de Datos Mínimos de Enfermería aplicado a la Salud Ocupacional, con una estructura capaz de captar los dados esenciales de los individuos y de las organizaciones, en la determinación del proceso trabajo-salud-enfermedad, puede permitir que el enfermero conquiste un espacio en los servicios de salud ocupacional, en la medida que la recolección y análisis de estos datos sean transformados en información. CONCLUSIONES: como herramienta de soporte para la práctica profesional, este estudio en desarrollo tiene la finalidad de construir un modelo de conjunto de datos en enfermería en la salud ocupacional.PURPOSE: to review the concept of the Nursing Minimum Data Set, its current usage, and explore its potential use in Occupational Health. METHODS: systematic review of the

  11. Estresse ocupacional e autoavaliação do estado de saúde : um estudo em bancários

    OpenAIRE

    Petarli,Glenda Blaser

    2014-01-01

    As reestruturações dos processos de trabalho acarretaram impactos profundos no setor bancário, com consequente redução da empregabilidade, precariedade nas relações de trabalho, e consequente adoecimento de seus principais atores. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi estimar a prevalência de estresse ocupacional e de autoavaliação negativa de saúde em funcionários de uma rede bancária da grande Vitória/ES e verificar a associação destas variáveis com características socioeconômicas, ...

  12. AGENTES FÍSICOS EM UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE: POTENCIALIDADE DE RISCOS OCUPACIONAIS

    OpenAIRE

    Natália Pereira Marinelli; Maria Belén Salazar Posso; Tarciso Marinelli Filho

    2015-01-01

    Os ambientes de trabalho em que atuam os profissionais de saúde, como as Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF), concentram, por sua natureza, uma série de riscos que podem trazer diversos agravos à saúde e acometem, em especial, trabalhadores de Enfermagem. Este estudo teve o objetivo de identificar e descrever as potencialidades dos agentes físicos, como riscos ocupacionais nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Trata-se de uma revisão de literatura integrativa, por meio de pesquisa em a...

  13. Excesso de peso em adolescentes: explorando potenciais fatores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jucemar Benedet

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de excesso de peso e identificar associações com fatores sociodemográficos, biológicos e de estilo de vida em adolescentes de Florianópolis, Santa Catarina. MÉTODOS: Estudo transversal, conduzido em 2007, com amostra probabilística de 1.590 escolares de 11 a 14 anos. Estimou-se a prevalência do excesso de peso, com base no índice de massa corpórea, por meio da referência brasileira e da International Obesity Task Force (IOTF. Análises multivariadas expressas como razão de chance foram usadas para identificar associações com fatores sociodemográficos, biológicos e de estilo de vida dos adolescentes. RESULTADOS: A prevalência de excesso de peso foi de 19,3% (24,5% de meninos e 14,5% de meninas, pela referência IOTF, e de 25,8% (31,8% de meninos e 20,5% de meninas, pelo critério brasileiro. Entre os adolescentes do sexo masculino, o excesso de peso associou-se positivamente com a não realização de refeições estruturadas e com o deslocamento não ativo para a escola. Entre as meninas, o excesso de peso materno, a não realização de refeições estruturadas e diferenças interestágios de maturação sexual compuseram o elenco dos fatores associados ao excesso de peso. CONCLUSÕES: A realização de refeições com alimentos de alto valor nutricional apresentou-se como um fator de proteção para o excesso de peso entre os adolescentes. Essa constatação reforça a necessidade de ações com vistas a modificar comportamentos relacionados ao ambiente familiar, incentivando a incorporação de hábitos alimentares saudáveis e o lazer ativo.

  14. Avaliação da presença de risco para queda em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Rocha Machado

    2009-03-01

    Full Text Available As quedas são um importante fator causal para a dependência dos idosos, pois, estão relacionadas a um índiceelevado de incapacidade e de mortalidade. Objetivou-se avaliar os fatores de risco para quedas presentes em umgrupo de idosos de acordo com o diagnóstico de enfermagem “Risco para quedas” da NANDA (versão 2001/2002 edeterminar o grau de susceptibilidade aumentado para quedas nos idosos segundo a “Escala de risco de quedas deDownton”. Estudo descritivo realizado com 24 idosos no período de janeiro a julho de 2003 em um centro de saúde deFortaleza/CE. Distribuiu-se os fatores em: maior freqüência; menor freqüência e as categorias não citadas. Fatores derisco mais citados: quedas (87,5%; idade igual ou superior a 65 anos (70,8%; dificuldades visuais (95,8%;medicações (75%; quarto não familiar (62,5% e ausência de antiderrapante (95,8%. O processo deenvelhecimento provoca inúmeras alterações no organismo humano, podendo levar o indivíduo a sofrer mudanças noseu cotidiano ao longo do tempo, como a necessidade de ajuda para realizar as atividades de vida diária. As quedasneste grupo etário podem ser consideradas como fatores significativos de alerta a fim de evitar seqüelas físicas eemocionais decorrentes desses eventos.

  15. Microcistinas: risco de contaminação em águas eutróficas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Kamogae

    2000-05-01

    Full Text Available O aumento populacional, aliado à modernização da sociedade, incrementou o consumo de água, tornando o represamento recurso imprescindível para atender à demanda. Inúmeros fatores inter-relacionados contribuem para agravar o risco da deterioração da água, dentre os quais se destacam as microcistinas. Estas hepatotoxinas, produzidas por cianobactérias dos gêneros Anabaena, Microcystis, Nostoc e Oscillatorias, consistem de heptapeptídio de estrutura monocíclica cujo risco iminente da constante ingestão se deve ao efeito de potente promotor de tumor. A produção de microcistinas é favorecida por fatores ambientais onde existe elevada concentração de nutrientes e luminosidade, fatores estes que se tornaram inevitáveis no atual ecossistema. A crescente eutroficação de água ocorre em ritmo acelerado, decorrente da poluição pela industrialização, lixo doméstico, práticas agrícolas, além da espoliação de recursos naturais. Com a finalidade de alertar a comunidade e despertar seu interesse, este trabalho discorre sobre microcistinas e fatores de risco - perspectivas de sua contaminação, objetivando ainda estabelecer medidas preventivas que minimizem a deterioração das águas.

  16. Comportamento de risco para ortorexia nervosa em estudantes de nutrição

    OpenAIRE

    Quetsia Jackeline Octacilio Vitorino de Souza; Alexandra Magna Rodrigues

    2014-01-01

    Objetivo Identificar comportamento de risco para o desenvolvimento de ortorexia nervosa em estudantes de Nutrição. Métodos Estudo descritivo e transversal. Participaram da pesquisa estudantes de Nutrição, do sexo feminino, com 18 anos de idade ou mais, de uma universidade do Vale do Paraíba do Sul/SP. Foram aplicados três instrumentos, sendo o primeiro para obter informações sobre idade, altura e massa corporal referidos, e ano do curso. Os dados d...

  17. Diabetes Mellitus tipo 1: controle glicêmico e fatores de risco cardiovasculares em adultos

    OpenAIRE

    GONÇALVES, Alessandra Rocha

    2012-01-01

    Objetivo: Avaliar o estado nutricional, o controle glicêmico e a prevalência dos fatores de risco cardiovasculares em pacientes adultos com diabetes mellitus tipo 1 (DM1), atendidos no ambulatório de nutrição e endocrinologia do Hospital Geral de Goiânia (HGG). Metodologia: Estudo transversal, realizado entre março e agosto/2011, cujos critérios de inclusão foram: diagnóstico consolidado da doença há pelo menos seis meses, idade maior ou igual a dezenove anos e menor que ses...

  18. Aflatoxinas e ocratoxina A em alimentos e riscos para a saúde humana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eloisa Dutra Caldas

    2002-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: A presença de micotoxinas em alimentos tem sido correlacionada a várias patologias humanas, e as autoridades de saúde no mundo todo têm implementado ações para diminuir a ingestão desses compostos pela dieta. Realizou-se pesquisa para analisar os níveis de aflatoxinas e ocratoxina A de alimentos para consumo e avaliar o potencial de risco da exposição humana a essas micotoxinas. MÉTODOS: Foram analisadas 366 amostras de alimentos consumidos no Distrito Federal, no período de julho de 1998 a dezembro de 2001, como amendoim e derivados, castanhas, milho, produtos de trigo e/ou aveia, arroz e feijão. As amostras foram processadas, e as micotoxinas extraídas, detectadas e quantificadas por fluorescência após separação em cromatografia camada delgada. RESULTADOS: Foram detectadas aflatoxinas em 19,6% das amostras, em amendoim cru e derivados, milho de pipoca, milho em grão e castanha-do-pará (>2 mig/kg. Amendoim e derivados apresentaram maior incidência de contaminação por aflatoxinas (34,7% com amostras contendo até 1.280 mig/kg de AFB1+AFG1 e 1.706 mig/kg de aflatoxinas totais. Das amostras positivas, AFB1 estava presente em 98,5%, AFB2 em 93%, AFG1 em 66,7% e AFG2 em 65,4%. A ocratoxina A não foi detectada (<25 mig/kg em nenhuma amostra analisada. CONCLUSÃO: Os níveis de contaminação encontrados em amendoim e derivados ultrapassaram os níveis máximos permitidos pela legislação brasileira, podendo significar fator de risco para a população que os consome regularmente. A conscientização dos produtores de alimentos e as ações de vigilância sanitária permanentes são essenciais para diminuir a exposição humana a esses compostos e prevenir doenças crônicas advindas dessa exposição.

  19. Aflatoxinas e ocratoxina A em alimentos e riscos para a saúde humana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caldas Eloisa Dutra

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: A presença de micotoxinas em alimentos tem sido correlacionada a várias patologias humanas, e as autoridades de saúde no mundo todo têm implementado ações para diminuir a ingestão desses compostos pela dieta. Realizou-se pesquisa para analisar os níveis de aflatoxinas e ocratoxina A de alimentos para consumo e avaliar o potencial de risco da exposição humana a essas micotoxinas. MÉTODOS: Foram analisadas 366 amostras de alimentos consumidos no Distrito Federal, no período de julho de 1998 a dezembro de 2001, como amendoim e derivados, castanhas, milho, produtos de trigo e/ou aveia, arroz e feijão. As amostras foram processadas, e as micotoxinas extraídas, detectadas e quantificadas por fluorescência após separação em cromatografia camada delgada. RESULTADOS: Foram detectadas aflatoxinas em 19,6% das amostras, em amendoim cru e derivados, milho de pipoca, milho em grão e castanha-do-pará (>2 mig/kg. Amendoim e derivados apresentaram maior incidência de contaminação por aflatoxinas (34,7% com amostras contendo até 1.280 mig/kg de AFB1+AFG1 e 1.706 mig/kg de aflatoxinas totais. Das amostras positivas, AFB1 estava presente em 98,5%, AFB2 em 93%, AFG1 em 66,7% e AFG2 em 65,4%. A ocratoxina A não foi detectada (<25 mig/kg em nenhuma amostra analisada. CONCLUSÃO: Os níveis de contaminação encontrados em amendoim e derivados ultrapassaram os níveis máximos permitidos pela legislação brasileira, podendo significar fator de risco para a população que os consome regularmente. A conscientização dos produtores de alimentos e as ações de vigilância sanitária permanentes são essenciais para diminuir a exposição humana a esses compostos e prevenir doenças crônicas advindas dessa exposição.

  20. Uso de medicamentos como fator de risco para fratura grave decorrente de queda em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Coutinho Evandro da Silva Freire

    2002-01-01

    Full Text Available Quedas seguidas de fraturas entre idosos constituem um importante problema de saúde pública. Um estudo caso-controle foi conduzido para avaliar o papel do uso de um conjunto de medicamentos, como fator de risco para esses acidentes entre pessoas com 60 anos ou mais, na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Cento e sessenta e nove casos de internação por fratura conseqüente a queda, e 315 controles hospitalares foram pareados por idade, sexo e hospital. Odds ratios (OR, ajustados por fatores potenciais de confusão, foram obtidos utilizando-se regressão logística condicional. Observou-se um aumento no risco desses acidentes para o uso de drogas bloqueadoras dos canais de cálcio (OR = 1,96, 1,16-3,30 e benzodiazepínicos (OR = 2,09, 1,08-4,05, e uma redução para o uso de diuréticos (OR = 0,40, 0,20-0,80. Antiácidos, digitálicos e laxantes mostraram-se associados a uma redução do risco de fraturas por quedas, cuja significância estatística atingiu níveis limítrofes (0,05 < p < 0,10. Os dados deste estudo apontam para a necessidade de ponderar os riscos e benefícios no uso de medicamentos em idosos, e orientar tais indivíduos e seus familiares para evitar esses acidentes quando o uso desses medicamentos é necessário.

  1. Uso de medicamentos como fator de risco para fratura grave decorrente de queda em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evandro da Silva Freire Coutinho

    Full Text Available Quedas seguidas de fraturas entre idosos constituem um importante problema de saúde pública. Um estudo caso-controle foi conduzido para avaliar o papel do uso de um conjunto de medicamentos, como fator de risco para esses acidentes entre pessoas com 60 anos ou mais, na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Cento e sessenta e nove casos de internação por fratura conseqüente a queda, e 315 controles hospitalares foram pareados por idade, sexo e hospital. Odds ratios (OR, ajustados por fatores potenciais de confusão, foram obtidos utilizando-se regressão logística condicional. Observou-se um aumento no risco desses acidentes para o uso de drogas bloqueadoras dos canais de cálcio (OR = 1,96, 1,16-3,30 e benzodiazepínicos (OR = 2,09, 1,08-4,05, e uma redução para o uso de diuréticos (OR = 0,40, 0,20-0,80. Antiácidos, digitálicos e laxantes mostraram-se associados a uma redução do risco de fraturas por quedas, cuja significância estatística atingiu níveis limítrofes (0,05 < p < 0,10. Os dados deste estudo apontam para a necessidade de ponderar os riscos e benefícios no uso de medicamentos em idosos, e orientar tais indivíduos e seus familiares para evitar esses acidentes quando o uso desses medicamentos é necessário.

  2. O telemarketing e o perfil sócio-ocupacional dos empregados em call centers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Gustavo Mocelin

    Full Text Available Este artigo traz resultados de pesquisa sobre trabalhadores de um call center, em Porto Alegre, buscando analisar combinadamente como se trabalha e quem trabalha em atividades de telemarketing. Os call centers são organizações empresariais de prestação de serviços de telemarketing. Seus operadores são trabalhadores com escolarização elevada, frente aos níveis do mercado de trabalho brasileiro, o que apontaria para uma profissionalização da atividade. Paradoxalmente, as condições de trabalho, caracterizadas pela intensificação do trabalho e baixa remuneração, mas com exigência de qualificação média, influenciam as estratégias e os sentidos desse emprego para jovens trabalhadores, acabando por defini-lo como "emprego trampolim", que responde apenas a uma superação transitória da condição material e simbólica e não a busca de profissionalização e estabilidade, mesmo com as exigências de conhecimentos técnicos especializados e reciclagem constante. As características do setor e a emergência desse novo tipo de trabalhador auxiliam compreender o trabalho no setor de serviços.

  3. Terapia ocupacional em comunidade : fundamentos para a prática

    OpenAIRE

    Varela Pedrosa, Vanda

    2013-01-01

    Trabalho realizado no âmbito das provas públicas conducentes à obtenção do título de especialista na área de educação e formação 726 (Terapia e Reabilitação) da Portaria 256/2005 de 16 de Março, segundo o regime jurídico constante no Decreto-Lei n.º 206/2009 de 31 de Agosto, nos termos do artigo 48.º da Lei n.º 62/2007 de 10 de Setembro. A opção por este tema para este trabalho deveu-se ao facto da autora exercer profissionalmente um maior número de anos seguidos em Ce...

  4. Associação entre peso de nascimento e fatores de risco cardiovascular em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Amenaide Carvalho Alves de Sousa

    2013-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Peso ao nascer (PN é um determinante de risco a médio e longo prazo de fatores de risco cardiovascular. OBJETIVO: Estudar a associação entre peso ao nascer e fatores de risco cardiovascular em adolescentes de Salvador. MÉTODOS: Estudo de corte transversal com grupos de comparação por PN. Amostra composta de 250 adolescentes, classificados segundo IMC: normal alto (>p50 e p85 ep95. As variáveis de risco para comparação foram: circunferência abdominal, pressão arterial, perfil lipídico, glicemia, insulina sérica, HOMA-RI e síndrome metabólica. Peso de nascimento foi informado pelos pais e classificado como baixo peso (PN 4.000g. RESULTADOS: Cento e cinquenta e três (61,2% meninas, idade 13,74 ± 2,03 anos, PN normal 80,8%, baixo PN 8,0% e alto PN 11,2%. Observou-se maior frequência de obesidade (42,9%, p=0,005, PAS e PAD elevadas (42,9%, p=0,000 e 35,7%, p=0,007, respectivamente e síndrome metabólica (46,4%,p =0,002 no grupo com PN alto em relação ao PN normal. Indivíduos de alto PN apresentaram RP para PAS elevada 3,3(I.C. 95%, 1,7-6,4 e para obesidade 2,6 (I.C. 95%, 1,3-5,2 em relação aos com PN normal. A CA foi 83,3 ± 10,1 [p=0,038] nos adolescentes com alto PN. O perfil lipídico não mostrou diferenças estatisticamente significantes. CONCLUSÃO: Os dados sugerem que obesidade, PAS e PAD elevadas e síndrome metabólica na adolescência têm chance significativa de associar-se a alto peso no nascimento.

  5. Risco de quedas em idosos atendidos em um hospital público de Brasília

    OpenAIRE

    Maria Paula Silva Campos

    2008-01-01

    O aumento da expectativa de vida e conseqüente crescimento da população idosa têm gerado mudanças nos perfis de morbidade e mortalidade, implicando no aumento da prevalência de doenças crônico-degenerativas e de eventos cujas conseqüências podem ser incapacitantes, como as quedas. Objetivou-se avaliar o risco de queda em idosos, identificando os possíveis fatores envolvidos. Trata-se de estudo transversal, com uma amostra de 155 pacientes, 131 mulheres e 24 homens, com idade de 60 anos ou mai...

  6. Prevalência de zumbido, em idosos com e sem história de exposição ao ruído ocupacional

    OpenAIRE

    2012-01-01

    INTRODUÇÃO: A variedade de alterações metabólicas e circulatórias relacionadas com o ruído pode causar o aparecimento de inúmeros sintomas auditivos, incluindo, zumbido. OBJETIVO: O objetivo do estudo foi avaliar a prevalência de queixa de zumbido, em idosos com e sem história de exposição ao ruído ocupacional. MÉTODO: Forma de estudo prospectivo foi realizado em uma amostra populacional com 502 indivíduos com idade superior a 60 anos, através de questionário padronizado e avaliação audiológi...

  7. Fatores de risco cardiovascular em adultos jovens de um município do Nordeste brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emiliana Bezerra Gomes

    2012-08-01

    Full Text Available Objetivou-se averiguar fatores de risco cardiovasculares em adultos jovens num interior do Nordeste brasileiro. Estudo quantitativo realizado com 351 escolares adultos jovens de 12 escolas públicas em Juazeiro do Norte, Ceará, selecionados aleatoriamente e estratificados por escola e turno. Os resultados apresentaram maioria feminina, mestiça, conciliando estudo e trabalho, sem companheiro(a e morando com os pais. Houve sedentarismo (57,3%, obesidade/sobrepeso (19,4%, adição de sal à comida (54,4%, ingestão alcoólica (76,1%, hipertensão arterial (1,1% com 50% de não adesão ao tratamento, diabetes mellitus (0,6% e antecedentes familiares de doenças cardiovasculares (86,3%. Caracterizar os riscos cardiovasculares entre os adultos jovens direciona ações de saúde e potencialidades nas parcerias com as escolas.

  8. Fatores de risco para o câncer de colo do útero em mulheres reclusas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Saiwori de Jesus Silva Bezerra dos Anjos

    2013-08-01

    Full Text Available Objetivou-se identificar os fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de colo uterino em mulheres reclusas. Estudo descritivo, de corte transversal, realizado em um instituto penal feminino cearense. A seleção da amostra do estudo ocorreu de acordo com a disponibilidade de presidiárias no momento da coleta, totalizando 36 reclusas. Referente aos riscos para o câncer cervical, 16 mulheres (44,5% eram tabagistas, 24 (70,5% já fizeram uso do contraceptivo oral por um tempo médio de 46 meses, 24 (66,6% apresentaram coitarca com idade inferior a 15 anos; 26 (72,2% faziam uso de preservativo, porém 10 (38,4% o usavam raramente. Tais achados demonstram que a população encarcerada apresenta maior vulnerabilidade ao câncer de colo uterino, sendo necessária a promoção da saúde no ambiente, visto que tal momento se configura como uma oportunidade singular.

  9. Aleitamento materno exclusivo atenua riscos cardiovasculares e estado inflamatório em adolescentes obesos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Cristina Landi MASQUIO

    2014-01-01

    Full Text Available Objetivo: Verificar o perfil inflamatório e o risco de doenças das artérias carótidas em adolescentes obesos de acordo com tempo de aleitamento materno exclusivo na infância, Métodos: Trata-se de estudo transversal realizado com 118 adolescentes obesos, A duração do aleitamento materno exclusivo foi obtida por meio de entrevista com os pais, A espessura da íntima-média da artéria carótida (EIMc foi estimada por ultrassonografia, Massa corporal, Índice de Massa Corporal (IMC, Circunferência da Cintura (CC e pressão arterial foram mensurados, Dosagens séricas de glicose, insulina, colesterol total, LDL, adiponectina e leptina foram realizadas, A resistência insulínica foi determinada por meio do Homeostasis Model Assessment Insulin Resistance (HOMA-IR, Resultados: Adiponectina apresentou-se significativamente superior em adolescentes amamentados exclusivamente até os 6 meses, Por outro lado, a EIMc mostrou-se significativamente inferior nesses adolescentes, Massa corporal, IMC, gordura corporal, CC, insulina e HOMA-IR apresentaram-se significativamente inferiores em adolescentes que receberam aleitamento materno exclusivo até os seis meses comparados aos que não receberam, Insulina e HOMA-IR associaram-se com a massa corporal, IMC, CC e gordura corporal, As concentrações de leptina associaram-se negativamente com adiponectina e positivamente com gordura corporal e IMC, Pressão arterial sistólica e diastólica foram preditas positivamente pela massa corporal, IMC e CC, Conclusão: Adolescentes obesos amamentados exclusivamente por 6 meses apresentam um perfil antropométrico e metabólico e estado inflamatório mais atenuado, bem como menores riscos cardiovasculares, o que pode contribuir para redução de riscos de desenvolvimento de aterosclerose em longo prazo.

  10. Fatores de risco para doenças cardiovasculares em idosos com diabetes mellitus tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. C.P. Silva

    2009-01-01

    Full Text Available

    O objetivo deste estudo foi analisar os fatores de risco relacionados às doenças cardiovasculares (FRDCV, em idosos diabéticos do tipo 2, através de um estudo observacional com delineamento transversal, tendo sido realizado com 100 idosos atendidos no Centro Regional de Reabilitação de Araraquara (CRRA, São Paulo, Brasil, de março a dezembro de 2004. Houve predominância de indivíduos casados, sexo feminino, brancos, com baixa renda e baixa escolaridade. Quanto aos hábitos e estilo de vida, predominaram os que mantinham dietas adequadas, sedentários, não fumantes e não etilistas. Entre os 100 indivíduos estudados, 42% apresentaram sobrepeso, 42% obesidade, 71% valores inadequados de circunferência abdominal e 84% de relação cintura-quadril de acordo com o sexo. Em relação aos FRDCV, 54,0% apresentaram hipertensão arterial sistêmica (HAS, 54,0% com hipercolesterolemia, 51,0% de hipertrigliceridemia, 84% com valores elevados de LDL-colesterol, 59% com níveis reduzidos de HDLcolesterol, 78,0% com níveis elevados de glicemia de jejum, 76,0% com níveis elevados de hemoglobina glicada e 57,0% de fibrinogênio. Os resultados demonstraram uma freqüência elevada de FRDCV com diferenças em relação ao sexo e a idade. Palavras-chave: diabetes mellitus; fatores de risco; doenças cardiovasculares; idoso.

  11. Avaliação da utilização de hipolipemiantes em usuários com dislipidemias e alto risco cardiovascular em Pernambuco

    OpenAIRE

    Santos da Silva, André

    2010-01-01

    O envelhecimento da população com o advento e incremento do consumo de medicamentos levando a polifarmácia e, portanto ao risco de problemas relacionados à farmacoterapia, bem como, a carência de estudos de avaliação da utilização de bioativos (medicamentos) na população, em especial as atendidas no Sistema Único de Saúde, motivou-nos a desenvolver este trabalho pioneiro na UFPE. O objetivo foi avaliar a utilização dos hipolipemiantes em usuários com dislipidemias e alto risco ...

  12. Avaliação de risco para úlcera por pressão em pacientes críticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Sampaio Latini Gomes

    2011-04-01

    Full Text Available Pacientes acamados apresentam risco de desenvolver úlceras por pressão e representam um grupo prioritário para o estudo e identificação deste agravo. Para tal, utilizam-se instrumentos de avaliação específicos para o problema. O objetivo deste estudo foi analisar os fatores de risco para o desenvolvimento de úlcera por pressão em pacientes adultos internados em CTIs. Trata-se de um estudo seccional analítico no qual foram avaliados 140 pacientes, internados em 22 CTIs, utilizando-se a escala de Braden. Os resultados mostraram que pacientes internados por 15 dias ou mais apresentavam alguma categoria de risco. As maiores freqüências de úlcera por pressão foram encontradas em pacientes que estavam nas categorias: percepção sensorial (completamente limitado, umidade (constantemente úmida, mobilidade (completamente imobilizado, atividade (acamado, nutrição (adequado e fricção e cisalhamento (problema. Conclui-se que a utilização dessa escala traduz-se em estratégia importante no cuidar de pacientes em terapia intensiva.

  13. Risco de suicídio em gestantes de alto risco: um estudo exploratório Risk of suicide in high risk pregnancy: an exploratory study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gláucia Rosana Guerra Benute

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar o risco para comportamento suicida em gestantes de alto risco em um hospital público de São Paulo. MÉTODOS: Foi realizada entrevista semiestruturada com questionário previamente elaborado com cada uma das participantes (n = 268. O risco para suicídio foi identificado por meio da versão em português do PRIME-MD. RESULTADOS: A média de idade foi de 29 anos (SD = 0,507 e 30 semanas gestacionais (SD = 0,556. Constatou-se risco específico para suicídio em 5% (n = 14 do total da amostra. Destas gestantes, 85% têm relacionamento estável (casada ou amasiada, em 50% dos casos a gestação foi planejada, 71% têm religião e não exercem atividade profissional. Quando correlacionados os dados de estado civil, planejamento da gestação, idade, escolaridade, atividade profissional, risco de prematuridade e religião com risco para suicídio, constatou-se que ter uma religião apresentou significância estatística (p = 0,012. Não foram encontradas associações positivas para nenhum dos outros itens selecionados, quando comparados com o risco para suicídio. Ao correlacionar o risco de suicídio com os demais sintomas característicos de depressão maior, observou-se significância estatística em relação à insônia ou hipersonia (p = 0,003, fadiga ou perda de energia (p = 0,001, diminuição ou aumento do apetite (p = 0,005, menor interesse nas atividades diárias (p = 0,000, humor deprimido (p = 0,000, sentimento de inutilidade ou culpa (p = 0,000, diminuição da concentração (p = 0,002, agitação ou retardo psicomotor (p = 0,002. CONCLUSÃO: Observou-se que a religião pode ser um fator protetor com relação ao comportamento suicida. Além de propiciar uma rede social de apoio da qual as mulheres necessitam no período gravídico, as religiões apoiam as crenças na vida após a morte e em um Deus amoroso, propiciando objetivos a vida e autoestima e fornecendo modelos de enfrentamento de crises. Os resultados

  14. Fatores de Risco Associados aos Niveis Pressoricos Elevados em Criancas de Dois a Cinco Anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Azevedo Aranha Crispim

    2014-01-01

    Full Text Available Fundamento: A prevalência de hipertensão arterial em crianças aumentou nas últimas décadas. Diversos fatores de risco estão envolvidos na gênese da hipertensão arterial infantil e sua identificação precoce pode prevenir o desenvolvimento posterior da doença. Objetivos: Avaliar a prevalência de pressão arterial elevada e fatores associados em crianças. Métodos: Estudo transversal de base populacional e domiciliar. Foram avaliadas 276 crianças de dois a cinco anos residentes em Goiânia, Goiás, investigando-se pressão arterial, características sociodemográficas, peso ao nascer, histórico de hipertensão arterial na família, tabagismo passivo, aleitamento materno, alimentação, hábito sedentário e estado nutricional. A regressão de Poisson foi utilizada para avaliar a associação entre os fatores de risco e a pressão arterial elevada. Resultados: A média de idade foi 3,1 ± 0,79 anos, sendo pressão arterial elevada e excesso de peso observados em 19,9% e 11,2% das crianças, respectivamente. Houve associação direta de pressão arterial elevada com idade [razão de prevalência (RP = 2,3; IC95%: 1,2 - 4,8; p = 0,017] e excesso de peso (RP = 2,0; IC95%: 1,2 - 3,6; p = 0,014. As demais variáveis não se associaram a pressão arterial elevada. Conclusões: A prevalência de pressão arterial elevada em crianças foi alta. Aquelas com excesso de peso e mais jovens apresentaram maior prevalência de níveis pressóricos elevados.

  15. Uso do paradigma de risco para a esquistossomose em áreas endêmicas no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Coura-Filho Pedro

    1994-01-01

    Full Text Available Neste estudo são confrontados os resultados do uso do paradigma de risco na infecção pelo Schistosoma mansoni em áreas endêmicas no Brasil. Foi observada associação da infecção pelo S. mansoni com algumas condições gerais: ausência de água potável intradomiciliar, baixa renda individual, analfabetismo e residência atual ou anterior em área endêmica por mais de cinco anos. Além dessas condições ocorreu associação com alguns hábitos (fatores de risco exercer atividades agrícolas e domésticas em águas a céu aberto, nadar e pescar. A análise das condições gerais que podem estar determinando os fatores de risco, apontou o fornecimento de água potável intradomiciliar e o acesso ao tratamento como medidas abrangentes que muitas vezes podem ser adotadas, visando à prevenção e/ou controle da morbidade da endemia. É questionada a eficácia do uso do paradigma de risco na indicação de medidas de controle dessa endemia.

  16. Comportamento de risco para ortorexia nervosa em estudantes de nutrição

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Quetsia Jackeline Octacilio Vitorino de Souza

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivo Identificar comportamento de risco para o desenvolvimento de ortorexia nervosa em estudantes de Nutrição. Métodos Estudo descritivo e transversal. Participaram da pesquisa estudantes de Nutrição, do sexo feminino, com 18 anos de idade ou mais, de uma universidade do Vale do Paraíba do Sul/SP. Foram aplicados três instrumentos, sendo o primeiro para obter informações sobre idade, altura e massa corporal referidos, e ano do curso. Os dados de massa corporal e estatura referidos foram usados para cálculo do índice de massa corporal (IMC e classificação do estado nutricional. O segundo foi utilizado para identificar distúrbio da imagem corporal, de acordo com a escala de silhuetas. O terceiro foi utilizado para verificar o comportamento de risco para desenvolvimento de ortorexia nervosa (Orto-15. Resultados Participaram do estudo 150 alunas, com idade média de 23,21 anos. Observou-se que a maioria das alunas estava eutrófica (74%, n = 111, segundo a classificação do IMC. Em relação à percepção da imagem corporal, verificou-se que 74,7% (n = 112 das alunas do curso de Nutrição apresentavam distúrbio da imagem corporal. Quanto à ortorexia nervosa, observou-se que 88,7% (n = 133 das alunas apresentavam risco de desenvolver comportamento ortoréxico. Ao relacionar o comportamento ortoréxico com a série cursada, com o estado nutricional e com o distúrbio da imagem corporal, verificou-se que não houve associação entre as variáveis (p > 0,05. Conclusão Conclui-se que um número considerável das alunas do curso de Nutrição apresenta comportamento ortoréxico e distúrbio da imagem corporal.

  17. Fatores de risco associados à sibilância em lactentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lillian S.L. Moraes

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: identificar possíveis fatores de risco associados à sibilância em lactentes (12 a 15 meses no estado de Mato Grosso, Brasil. MÉTODOS: estudo transversal, utilizando o questionário escrito padronizado do Estudio Internacional de Sibilancia en Lactantes (EISL - fase 3. Pais e/ou responsáveis pela criança foram entrevistados em Unidades Básicas de Saúde quando as procuravam para imunização de rotina ou durante visitas nos domicílios de crianças matriculadas nos programas de saúde da família, no período de agosto de 2009 a novembro de 2010. Fatores associados à sibilância foram avaliados utilizando análise bivariada e multivariada e expressos como odds ratio (OR e intervalo de confiança 95% (IC95%. RESULTADOS: ao todo, um mil e sessenta (n = 1.060 pais e/ou responsáveis responderam o questionário escrito. Os fatores de risco para sibilância foram: história familiar de asma [mãe (OR = 1,62; IC95%= 1,07-2,43; pai (OR = 1,98; IC95% = 1,22-3,23; irmãos (OR = 2,13; IC95% = 1,18-3,87]; história prévia de pneumonia (OR = 10,8; IC 95% = 4,52-25,77; ter mais de seis infecções de vias aéreas superiores (IVAS (OR = 2,95; IC95% = 2,11-4,14 e a primeira IVAS antes dos três meses de idade (OR = 1,50; IC95% = 1,04-2,17; residir em local com moderada poluição (OR = 1,59; IC95% = 1,08-2,33; uso de paracetamol por IVAS (OR = 2,13; IC95% = 1,54-2,95; e uso de antibiótico por infecção na pele (OR = 2,29; IC 95% = 1,18-4,46. CONCLUSÕES: o estudo dos fatores de risco para sibilância no primeiro ano de vida é importante para auxiliar na identificação, entre os lactentes sibilantes, aqueles de alto risco para desenvolver asma, e para o desenvolvimento de estratégias de prevenção por políticas pública de saúde visando minimizar a morbidade da sibilância na infância.

  18. Uma abordagem probabilística para a avaliação de riscos em cadeias de suprimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kevin P McCormack

    2010-08-01

    Full Text Available Este artigo apresenta uma proposta envolvendo a aplicação do conceito de redes Bayesianas para o gerenciamento de riscos em cadeias de suprimento, especificamente no relacionamento de díades fornecedor-cliente, a partir do mapeamento de categorias de risco e de eventos correlatos. O trabalho pode ser identificado como uma tentativa de contribuição à construção de modelos preditivos que permitam dar suporte ao processo de tomada de decisão gerencial, no tocante ao gerenciamento e mitigação de riscos. No artigo, um exemplo hipotético foi desenvolvido para se ilustrar a potencialidade de aplicação de redes Bayesianas para os fins propostos. O artigo detalha, por fim, a potencialidade do modelo teórico-conceitual proposto, bem como de questões relevantes para futuras pesquisas sobre o tema.

  19. Disfonia em professores do ensino municipal: prevalência e fatores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fuess Vera L. R.

    2003-01-01

    Full Text Available A disfonia é um sintoma muito freqüente em professores, profissionais para os quais a voz é elemento indispensável. OBJETIVOS: Observar a prevalência deste sintoma em professores de pré-escola e da escola primária e avaliar fatores e sintomas associados, facilitando a promoção de medidas de prevenção desta manifestação ocupacional. FORMA DE ESTUDO: Coorte transversal. CASUÍSTICA E MÉTODO: Estudo transversal consistindo de questionários respondidos por 451 professores (pré-escola e quatro primeiras séries do ensino fundamental de 66 escolas municipais de Mogi das Cruzes. Ao lado de dados de identificação e demográficos, o questionário abordou questões relacionadas à atividade de professor, à disfonia, presença de sintomas concomitantes e hábitos. Trinta profissionais com problemas constantes de voz foram submetidos a telescopia laríngea, sendo seus diagnósticos tabulados. RESULTADOS: 80,7% dos professores referiram algum grau de disfonia. Não observamos relação entre idade, tempo de profissão e classe atendida e freqüência referida de disfonia. Não houve associação entre freqüência de disfonia e número de fatores extra-profissionais de abuso da voz ou tabagismo. Observamos relação direta entre a freqüência de disfonia e a carga horária semanal (p < 0,01 e o número de alunos por classe (p < 0,02, além de associação significativa com presença de sintomas de rinite alérgica (p < 0,001 e refluxo gastro-esofágico (p < 0,01. O diagnóstico laringoscópico incluiu, ao lado de lesões características de esforço vocal, alterações congênitas e outras etiologias. CONCLUSÕES: A disfonia mostrou elevada prevalência em professores. Medidas preventivas devem contemplar a redução da carga horária e do número de alunos por classe, bem como o tratamento de afecções concomitantes.

  20. Modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo: O objetivo foi construir um modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino. Participaram 1.358 adolescentes de quatro cidades. Foram avaliados os comportamentos de risco para os transtornos alimentares, insatisfação corporal, pressões midiáticas, autoestima, estado de humor, sintomas depressivos e perfeccionismo por intermédio de escalas psicométricas. Peso, estatura e dobras cutâneas foram aferidos para calcular o índice de massa corporal (IMC e o percentual de gordura (%G. O modelo de equação estrutural explanou 76% da variância dos comportamento de risco (F(9, 1.351 = 74,50; p = 0,001. Os achados indicaram que a insatisfação corporal mediou a relação entre as pressões midiáticas, autoestima, estado de humor, IMC, %G e os comportamentos de risco (F(9, 1.351 = 59,89; p = 0,001. Vale destacar que embora os sintomas depressivos não tenham se relacionado com a insatisfação corporal, o modelo indicou relação direta com os comportamentos de risco para os transtornos alimentares (F(2, 1.356 = 23,98; p = 0,001. Concluiu-se que somente o perfeccionismo não aderiu ao modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiras.

  1. Diagnóstico de enfermagem risco de aspiração em pacientes críticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miclécia de Melo Bispo

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Analisar o diagnóstico de enfermagem: risco de aspiração e a relação com seus fatores de risco no paciente internado na unidade de terapia intensiva. Métodos: Estudo transversal, realizado na unidade de terapia intensiva adulto de um hospital universitário no Nordeste do Brasil, com uma amostra de 86 pacientes. Os dados foram coletados mediante utilização de formulário de entrevista e exame físico, nos meses de outubro de 2013 a maio de 2014. Resultados: O diagnóstico esteve presente em 43 pacientes (50%. Foram identificados 17 fatores de risco, relacionados principalmente a deglutição, nutrição enteral, motilidade gastrintestinal, esvaziamento gástrico, padrão neurológico, interfaces de ventilação, eventos secundários ao tratamento e procedimentos cirúrgicos. Conclusão: O diagnóstico risco de aspiração e seus fatores de risco estão presentes nos pacientes críticos, tornando-se fundamental o planejamento dos cuidados neste contexto.

  2. Fatores de risco para sobrepeso em crianças no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Drachler Maria de Lourdes

    2003-01-01

    Full Text Available Estudo transversal de base populacional investigou determinantes de sobrepeso em crianças de 12 a 59 meses em Porto Alegre (n = 2.660. Razões de chance (RC de sobrepeso, definido por peso/altura > 2 escores-z do padrão NCHS, foram estimadas para condições sócio-econômicas e demográficas, ambiente social imediato e eventos de saúde da criança. A prevalência de sobrepeso foi 6,5%. No modelo multivariado, a chance de sobrepeso na criança associou-se positivamente à escolaridade materna (escolaridade > 12 anos, RC = 2,36; IC95%: 1,21-4,60; 9-11 anos, RC = 2,07; IC95%: 1,16-3,70 e à renda familiar per capita > 2 salários mínimos (RC = 1,86; IC95%: 1,13-3,08 e negativamente ao trabalho materno remunerado (RC = 0,72; IC95%: 0,52-0,99. A chance foi maior para os nascidos grandes para idade gestacional (RC = 2,29; IC95%: 1,36-3,85 e menor para os nascidos pequenos (RC = 0,57; IC95%: 0,33-0,99, comparados aos nascidos com peso adequado. Escolaridade paterna, qualificação profissional dos pais e idade materna ao nascimento da criança evidenciaram efeito somente no modelo bruto. São necessários programas para prevenir sobrepeso em crianças, com especial atenção às famílias e crianças em maior risco.

  3. Fatores de risco para sobrepeso em crianças no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Lourdes Drachler

    2003-08-01

    Full Text Available Estudo transversal de base populacional investigou determinantes de sobrepeso em crianças de 12 a 59 meses em Porto Alegre (n = 2.660. Razões de chance (RC de sobrepeso, definido por peso/altura > 2 escores-z do padrão NCHS, foram estimadas para condições sócio-econômicas e demográficas, ambiente social imediato e eventos de saúde da criança. A prevalência de sobrepeso foi 6,5%. No modelo multivariado, a chance de sobrepeso na criança associou-se positivamente à escolaridade materna (escolaridade > 12 anos, RC = 2,36; IC95%: 1,21-4,60; 9-11 anos, RC = 2,07; IC95%: 1,16-3,70 e à renda familiar per capita > 2 salários mínimos (RC = 1,86; IC95%: 1,13-3,08 e negativamente ao trabalho materno remunerado (RC = 0,72; IC95%: 0,52-0,99. A chance foi maior para os nascidos grandes para idade gestacional (RC = 2,29; IC95%: 1,36-3,85 e menor para os nascidos pequenos (RC = 0,57; IC95%: 0,33-0,99, comparados aos nascidos com peso adequado. Escolaridade paterna, qualificação profissional dos pais e idade materna ao nascimento da criança evidenciaram efeito somente no modelo bruto. São necessários programas para prevenir sobrepeso em crianças, com especial atenção às famílias e crianças em maior risco.

  4. Adesão ao Tratamento em Gestação de Alto Risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Langaro

    Full Text Available No Brasil, aproximadamente 15% das gestações são de alto risco, sendo os diagnósticos de diabetes gestacional e hipertensão as causas mais frequentes dessa condição. Para a efetividade dos tratamentos indicados nesses casos, bem como alcance de desfechos favoráveis, é essencial a adesão da paciente às recomendações fornecidas pelas equipes de saúde, o que torna fundamental a avaliação desse indicador. A pesquisa apresentada avaliou a adesão de participantes de um programa de atendimento interdisciplinar a gestantes de alto risco desenvolvido em um hospital geral privado por meio de três instrumentos: Questionário Morisky-Green de adesão ao uso de medicação, Questionário de Adesão ao Tratamento e Pergunta descritiva de avaliação qualitativa. Durante oito meses, 83 gestantes responderam aos questionários, que possibilitaram identificar níveis de adesão ao longo do tempo de participação no programa, situações de não adesão mais frequentes, bem como variáveis que interferem nas medidas de adesão ao uso de medicação e ao tratamento global. Considera-se que os índices levantados são passíveis de uso como indicadores clínicos e gerenciais, possibilitando a comprovação da efetividade e melhoria constante das rotinas de saúde. Tais mecanismos são úteis para definição de protocolos, discussão de casos clínicos e mesmo para feedbackàs próprias pacientes.

  5. Representations of Primary Care Professionals about the Occupational Risk of HIV Infection Representaciones de profesionales de la atención primaria sobre riesgo ocupacional de infección por el virus HIV Representações de profissionais da atenção primária sobre risco ocupacional de infecção pelo HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Celly Martins Ribeiro de Souza

    2010-08-01

    de atender pacientes por miedo de infectarse, inclusive no utilizando todas las precauciones recomendadas.Este é um estudo qualitativo, fundamentado na Teoria das Representações Sociais, com profissionais que atuam na atenção primária, sobre o risco de infecção pelo HIV, ao qual estão expostos no cotidiano do trabalho. Foram entrevistados doze profissionais médicos e enfermeiras que atuam em dois centros de saúde no município de Belo Horizonte, MG, Brasil. A análise final se deu com a saturação das informações, pelo método proposto pela Análise Estrutural de Narração. Os resultados desvelaram que os profissionais de saúde entrevistados conhecem o risco de infecção em seu cotidiano de trabalho, representando-o como muito baixo na atenção básica, porque o relacionam à complexidade tecnológica, que consideram não existir no nível de assistência em que atuam. Acreditam que o uso de equipamentos de proteção individual pode minimizar os riscos e que, hoje, nenhum profissional da atenção básica deixa de atender pacientes por medo de se infectar, mesmo não utilizando todas as precauções recomendadas.

  6. ANÁLISE DE RISCO DE PRAGUICIDAS EM LEITE CRU E CARACTERIZAÇÃO DO USO EM PROPRIEDADES LEITEIRAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Fagnani

    2011-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo a caracterização do uso de praguicidas em propriedades leiteiras no agreste de Pernambuco e estudar a contaminação do leite cru por praguicidas organofosforados (OF e carbamatos (CB, estimando a ingestão diária provável desses resíduos pelo leite. Em 28 propriedades e em dois tanques resfriadores comunitários do agreste pernambucano foram coletadas 30 amostras de leite. A quantificação de praguicidas nas amostras foi realizada por cromatografia gasosa. Doze amostras (40% apresentaram resíduos, sendo seis (20% positivas para OF, cinco (16,7% para CB e uma (3,32% para ambos praguicidas. As médias dos praguicidas detectados no leite em ng/ml foram: 0,04 para coumafós, 0,01 para dimetoato, 0,06 para fention, 0,02 para malation, 0,02 para aldicarb, 0,02 para carbaril e 0,01 para carbofuran. Quando a Ingestão Diária Provável Média dos princípios ativos detectados no leite foi comparada à respectiva Ingestão Diária Aceitável, não houve risco para nenhuma faixa etária, considerando o consumo per capta Brasileiro, pernambucano e o consumo recomendado pelo Ministério da Saúde de leite.

  7. Hipercolesterolemia em escolares e seus fatores de risco Hypercholesterolemia and its risk factors among schoolchildren

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleunice Luzia Smania Coronelli

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar os fatores de risco da hipercolesterolemia em escolares de sete a dez anos de idade. MÉTODOS: Estudo caso-controle, desenvolvido com 172 escolares do Município de Campinas, SP, pareados conforme sexo e trimestre de idade. Considerou-se caso a hipercolesterolemia, diagnosticada quando a criança apresentava colesterol ³200 mg/dL, e controle quando a criança apresentava colesterol entre 140 e 170 mg/dL. Além da coleta de sangue para a dosagem do nível de colesterol, foram levantados dados sobre pressão arterial, índice de massa corporal e história familiar de doenças cardiovasculares. Os dados foram analisados por correlação bivariada usando o teste t para as variáveis quantitativas e o qui-quadrado para a história familiar de doenças cardiovasculares. O odds-ratio foi usado para estimar o risco de hipercolesterolemia. RESULTADOS: A média do colesterol encontrada foi de 215 mg/dL nos casos e de 154 mg/dL nos controles. A média da pressão arterial sistólica foi de 107 mmHg nos casos e de 106 mmHg nos controles e da diastólica foi de 67 mmHg nos casos e 68 mmHg nos controles. O índice de massa corporal (Kg/m² apresentou média de 18,2 nos casos e de 17,1 nos controles. A análise bivariada mostrou associação entre hipercolesterolemia e índice de massa corporal (p=0,048. O odds ratio apontou a obesidade como fator de risco para a hipercolesterolemia (OR=2,17; IC=1,05 a 4,45. CONCLUSÕES: Os resultados apontaram a obesidade como fator de risco da hipercolesterolemia.OBJECTIVE: To identify the risk factors of hypercholesterolemia among schoolchildren aged 7 to 10 years, Brazil. METHODS: A case-control study was conducted among 172 children matched by sex and age ±3 months in Campinas, Brazil. Cases were defined as hypercholesterolemia when cholesterol ³200 mg/dL and controls when cholesterol 140 and 170 mg/dL. Besides drawing a blood sample for cholesterol, blood pressure, body mass index and family

  8. Fatores de risco nas alianças em projetos de TI: estudo de casos no Banco Central do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liana Ribeiro dos Santos

    2014-03-01

    Full Text Available Em resposta às crescentes mudanças e pressões da concorrência, número cada vez maior de empresas tem estabelecido alianças como forma de complementar seus recursos e assegurar suas vantagens competitivas. Embora essas alianças sejam uma boa opção estratégica para as empresas, existem evidências de grande taxa de fracasso. Muitos estudos têm analisado os fatores de sucesso das parcerias, mas poucos têm dado ênfase às dificuldades e à prevenção de riscos. O objetivo neste artigo consiste em apresentar os resultados de uma pesquisa em que se buscou identificar os fatores de risco que dificultam as alianças no caso de projetos de Tecnologia da Informação (TI. Trata-se de uma pesquisa exploratória, focada em cinco projetos estratégicos de TI do Banco Central do Brasil, desenvolvidos em parceria com outras instituições públicas e privadas, a maioria delas nacionais e uma estrangeira. Apesar de os projetos terem tido sucesso, foi possível identificar como principais fatores de risco: falta de planejamento da aliança, falta de negociação entre parceiros, falta de comprometimento dos parceiros e falta de apoio institucional. A pesquisa trouxe lições relevantes para o gerenciamento de projetos que podem beneficiar outras alianças em projetos de TI.

  9. Risco de adoecimento dos profissionais de enfermagem no trabalho em atendimento móvel de urgência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Adol Worm

    2016-07-01

    Full Text Available Introdução: O trabalho dos profissionais de enfermagem do Serviço de Atendimento Móvel é de extremo risco ao adoecimento, por contaminação com fluídos, perfuro cortantes, risco no trânsito, ergonômicos, violência, físico e psicológico. Este estudo objetivou mapear os fatores de risco ao adoecimento relacionado ao trabalho dos profissionais de Enfermagem da Equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência Materiais e Métodos: Foi realizado um estudo transversal, através de um instrumento validado (Inventário sobre Trabalho e Riscos de Adoecimento. A amostra foi composta por 18 indivíduos maiores de 18 anos, técnicos de enfermagem e enfermeiros atuantes no atendimento móvel. Excluíram-se profissionais em férias e os ausentes. Resultados: Na avaliação do contexto de trabalho, a organização do trabalho foi apontada como crítica. Os Indicadores Prazer e Sofrimento no Trabalho apontaram liberdade de expressão dos profissionais, por outro lado há falta de reconhecimento e esgotamento profissional.  Para a avaliação dos danos relacionados ao trabalho destacam-se os danos físicos. Discussão: Na avaliação crítica, os profissionais sinalizaram que estão insatisfeitos com a “organização do trabalho”. Quanto ao prazer e sofrimento destacou-se o “esgotamento profissional” e a “falta de reconhecimento”. Os danos físicos evidenciados estiveram relacionados ao trabalho. Conclusões: Os resultados mostram que a equipe de enfermagem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência apresenta riscos de adoecimento, principalmente relacionado ao fator físico e psicológico. É necessário rever as condições de trabalho destes profissionais, buscando a melhoria do local de trabalho. O risco ao adoecimento traz prejuízos no trabalho e na vida do profissional. Cómo citar este artículo: Worm FA, Pinto MA, Schiavenato D, Ascari RA, Trindade L, Silva OM. Risco de adoecimento dos profissionais de enfermagem no

  10. Análise do risco setorial como instrumento de controle gerencial em instituições financeiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Ricardo Gartner

    2009-10-01

    Full Text Available O processo de tomada de decisões de financiamento e investimento é influenciado pelo grau de risco inerente às variáveis consideradas. Este artigo enfoca as variáveis de risco dos setores e segmentos econômicos, que condicionam as decisões das instituições financeiras quanto à concessão do crédito, bem como seu controle durante o período do financiamento. O objetivo é apresentar uma forma alternativa de avaliar o grau de risco dessas variáveis, utilizando uma abordagem que agregue a multiplicidade de critérios das mais diversas dimensões em um sistema único de avaliação. Para tanto, foi utilizado o método AHP; os resultados da aplicação apresentam uma proposta de classificação de risco dos setores e segmentos econômicos da economia brasileira.

  11. Análise de propostas de gestão de riscos em ambientes com atividades envolvendo nanomateriais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Renato Balbão Andrade

    2013-11-01

    Full Text Available A manipulação de nanomateriais apresenta enormes desafios para a gestão de ris-cos em pesquisa e na produção de novos materiais. Porém, os dados sobre os impactos destes novos materiais sobre a saúde humana e meio ambiente precisam ser ampliados. Vários esforços têm sido feitos para mitigar as adversidades e oferecer diretrizes para a gestão destes riscos associados aos nanomateriais. Este artigo objetiva fornecer visão ampla e comparativa entre as principais propostas existentes na literatura. A metodologia utilizada foi análise sistemática englobando 17 propostas de gestão de riscos com nanomateriais. Os resultados indicam que, embora não haja consenso sobre as métricas utilizadas para caracterizar os riscos dos nanomateriais, a adoção do Princípio da Precaução, do enfoque de controle de bandas e da participação dos envolvidos se sobressai entre os documentos analisados.

  12. Prevalência de fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Mathioni Mertins

    2016-01-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar a prevalência de fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio, internados em uma Unidade de Terapia Intensiva Coronariana de um hospital da região noroeste do estado do Rio Grande do Sul ̸ Brasil. Metodologia: Estudo quantitativo, descritivo e transversal, realizado no período compreendido entre 25 de abril a 25 de junho de 2012, com 48 pacientes. As variáveis de interesse para este estudo foram as condições sociodemográficas, dados antropométricos, hábitos alimentares e fatores de risco cardiovascular. Resultados: A idade média foi de 59,9 ± 11,55 anos, com predominância do sexo masculino (81,3%, de cor branca (83,3%, casados (70,8%, ensino fundamental incompleto (72,9%, aposentados (37,5%, renda menor que três salários mínimos (58,3% e procedentes da região urbana (72,9%. A prevalência dos fatores de risco se distribuiu da seguinte forma: sedentarismo (91,7%, hipertensão arterial sistêmica (63,8%, estresse (50%, circunferência abdominal alterada (50%, história familiar (43,7%, tabagismo (41,7%, sobrepeso (35,5%, obesidade (33,4%, dislipidemia (23%, diabetes mellitus (20,8% e consumo de álcool (12,5%. Conclusão: Os dados apresentados mostram a elevada prevalência de fatores de risco em pacientes que tiveram infarto agudo do miocárdio e nos direcionam a entender o papel da educação em saúde como estratégia para reduzir as causas de morbimortalidade, além de propor ações de cuidado e autocuidado e mudanças nos hábitos de vida.  Descritores: Fatores de Risco; Infarto do Miocárdio; Educação em Saúde (Fontes: DeCS e BIREME.

  13. Prevalência de fatores de risco coronariano em praticantes de futebol recreacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.H.G. Gomides

    2016-06-01

    Conclusão: Os fatores de risco coronariano mais prevalentes nos praticantes de futebol recreacional foram o excesso de peso, o sedentarismo e a hipercolesterolemia, apresentando classificação de risco médio e crescimento com o aumento da idade, sobretudo após os 31 anos.

  14. O escore de risco de sangramento como preditor de mortalidade em pacientes com síndromes coronarianas agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Nicolau

    2013-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A ocorrência de sangramento aumenta a mortalidade intra-hospitalar em pacientes com síndromes coronarianas agudas (SCAs, e há uma boa correlação entre os escores de risco de sangramento e a incidência de eventos hemorrágicos. No entanto, o papel dos escores de risco de sangramento como fatores preditivos de mortalidade é pouco estudado. OBJETIVO: Analisar o papel do escore de risco de sangramento como fator preditivo de mortalidade intra-hospitalar numa coorte de pacientes com SCA tratados num centro terciário de cardiologia. MÉTODOS: Dos 1.655 pacientes com SCA (547 com SCA com supra de ST e 1.118 com SCA sem supra de ST, calculou-se o escore de risco de sangramento ACUITY/HORIZONS prospectivamente em 249 pacientes e retrospectivamente nos demais 1.416. Informações sobre mortalidade e complicações hemorrágicas também foram obtidas. RESULTADOS: A idade média da população estudada foi 64,3 ± 12,6 anos e o escore de risco de sangramento médio foi 18 ± 7,7. A correlação entre sangramento e mortalidade foi altamente significativa (p < 0,001; OR = 5,29, assim como a correlação entre escore de sangramento e hemorragia intra-hospitalar (p < 0,001; OR = 1,058, e entre escore de sangramento e mortalidade intra-hospitalar (OR ajustado = 1,121, p < 0,001, área sob a curva ROC 0,753; p < 0,001. O OR ajustado e a área sob a curva ROC para a população com SCA com supra de ST foram 1,046 (p = 0,046 e 0,686 ± 0,040 (p < 0,001, respectivamente, e para SCA sem supra de ST foram 1,150 (p < 0,001 e 0,769 ± 0,036 (p < 0,001, respectivamente. CONCLUSÃO: O escore de risco de sangramento é um fator preditivo muito útil e altamente confiável para mortalidade intra-hospitalar em uma grande variedade de pacientes com SCAs, especialmente aqueles com angina instável ou infarto agudo do miocárdio sem supra de ST.

  15. Riscos à saúde de equipe de enfermagem em unidade de terapia intensiva: proposta de abordagem integral da saúde Risks to health of intensive care unity nursing staff: proposal of integral approach of health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Érique José Peixoto de Miranda

    2008-03-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi rever a saúde ocupacional em unidade de terapia intensiva (UTI, bem como avaliar os aspectos para abordagem educacional da equipe multidisciplinar de forma integral. CONTEÚDO: Revisão da literatura realizada no período de 1997-2007, acerca de questões relevantes da saúde de profissionais da equipe multidisciplinar de UTI, na base de dados da Biblioteca Regional de Medicina (Bireme. Foram utilizados os termos "UTI", "educação em saúde" e "saúde ocupacional", sem haver seleção por desenho de estudo. CONCLUSÕES: Todos os estudos observados demonstraram que o ambiente de UTI é insalubre. Contudo entre os fatores que contribuem para tal insalubridade estão atitudes e hábitos dos profissionais de saúde da UTI, os quais são perfeitamente passíveis de mudança, razões pela qual uma abordagem de educação em saúde seria benéfica para diminuir o problema. As estratégias de educação continuada são adequadas na prevenção, tanto de riscos ocupacionais quanto ambientais nas UTI.BACKGROUND AND OBJECTIVES: In this study we discuss about risks to health of intensive care unity staff and suggest a proposal of integral approach of health. CONTENTS: Literature review, from 1997 to 2007, at Bireme database about "health education", "intensive care unity", "nursing" and "occupational health", regardless of design of study. CONCLUSIONS: All studies show that the environment of intensive care unity is unhealthy, which is also due to habits and attitudes of ICU health professionals. An approach to health education would be beneficial to minimize the problem. Strategies for continuing education are appropriate both in the prevention of occupational and environmental risks in intensive care units.

  16. Risco cardiovascular e prática de atividade física em crianças e adolescentes de Muzambinho/MG: influência do gênero e da idade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcel da Rocha Chehuen

    2011-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO E OBJETIVO: A doença cardiovascular inicia na infância e está atrelada à presença de fatores de risco cardiovascular (FRC. A prevalência desses fatores varia em diferentes populações brasileiras, tendo sido estudada principalmente em cidades de médio e grande porte. Este estudo avaliou a prevalência dos FRC e da prática de atividade física (AF em crianças e adolescentes de Muzambinho, uma cidade de pequeno porte. MÉTODO: Foram avaliados 205 sujeitos (entre sete e 18 anos - 108 do gênero masculino. Foram medidos: peso, estatura, glicemia, colesterolemia, pressão arterial (PA e prática de AF. As comparações foram realizadas pelo teste do Qui-quadrado. RESULTADOS: A prevalência de sobrepeso foi de 19% e de valores alterados de PA, glicemia e colesterolemia foram de, respectivamente, 11, 5 e 15%. Não houve diferença na prevalência dos FRC entre os sexos. O tabagismo, o alcoolismo, a PA alterada e a insuficiência de AF aumentaram com a idade. Setenta e nove por cento dos sujeitos praticavam AF de locomoção, 10% ocupacional, 97% nas aulas de educação física, 72% no recreio e 90% de lazer. Noventa e dois por cento foram considerados ativos. A prática de AF ocupacional foi maior nas meninas e aumentou nos meninos com a idade. A prevalência de AF de lazer e recreio diminuiu com a idade nos dois sexos. CONCLUSÃO: A prevalência de FRC, exceto do sedentarismo, foi expressiva, não diferiu entre os sexos e aumentou com a idade. A prática de AF de todos os tipos foi alta, diferenciou-se entre os sexos e diminuiu com a idade.

  17. Estudo dos Fatores de Risco Associados a Arteriopatia Periferica em Nipo-brasileiros de Bauru (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Garofolo

    2014-03-01

    Full Text Available Fundamento: As patologias cardiovasculares são a maior causa de morbimortalidade nos países desenvolvidos e emergentes. Sua principal etiologia, a aterosclerose, é doença disseminada acometendo os territórios coronariano, cerebral e periférico. A doença arterial obstrutiva periférica (DAOP, além de suas consequências per se, sinaliza o acometimento do território coronariano. Portanto, seu melhor conhecimento permite tratamento adequado, retardando complicações locais e à distância, diminuindo o custo para o sistema de saúde. Objetivo: Este estudo estima a porcentagem de DAOP em nipo-brasileiros de Bauru (SP, reconhecidos pela alta prevalência de distúrbios metabólicos, como hipertensão arterial (43%, diabetes melito (33% e hipercolesterolemia (60 %, e analisa a associação com biomarcadores de risco. Métodos: Este estudo transversal populacional avaliou 1.330 nipo-brasileiros de ambos os sexos com idade ≥ 30 anos que foram submetidos a exame físico completo, medidas antropométricas, exames laboratoriais e índice tornozelo-braço (ITB. Participantes com ITB ≤ 0,90 foram diagnosticados como portadores de DAOP. Após aplicação dos critérios de exclusão, 1.038 indivíduos integraram a análise. Empregou-se regressão de Poisson para análise das associações com DAOP. Resultados: A idade média foi 56,8 anos e a porcentagem de DAOP foi 21,1%, igual entre os sexos. DAOP associou-se com tabagismo (RP 2,16 [1,33-3,48] e hipertensão arterial (RP 1,56 [1,12-2,22]. Conclusão: A porcentagem de DAOP nos nipo-brasileiros foi semelhante à de outras populações de perfil cardiometabólico desfavorável (US PARTNERS e POPADAD. A associação independente de DAOP com tabagismo e hipertensão, mas não com outros clássicos fatores de risco, pode depender das frequências muito elevadas dos distúrbios metabólicos nessa população.

  18. Fatores associados ao obito neonatal de recem-nascidos de alto risco: estudo multicentrico em Unidades Neonatais de Alto Risco no Nordeste brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiana Ferreira da Silva

    2014-02-01

    Full Text Available Este estudo pretendeu determinar os fatores associados à mortalidade intra-hospitalar, utilizando como variáveis explicativas as características individuais da mãe, da assistência ao pré-natal, parto e período neonatal e dos recém-nascidos internados em Unidades Neonatais de Alto Risco (UTIN integrantes da Rede Norte-Nordeste de Saúde Perinatal no Nordeste do Brasil. Foi realizado estudo longitudinal, multicêntrico de base hospitalar. A população do estudo compreendeu 3.623 nascidos vivos internados em 34 UTIN. Após o ajuste para os três níveis hierárquicos do modelo de determinação do óbito em UTIN até o 27 o dia de vida, associaram-se: tipo de parto – cesariana (OR = 0,72; IC95%: 0,56-0,95; não uso de corticoide antenatal (OR = 1,51; IC95%: 1,01-2,25; pré-eclâmpsia (OR = 0,73; IC95%: 0,56-0,95; oligodramnia (OR = 1,57; IC95%: 1,17-2,10; peso ao nascer < 2.500g (OR = 1,40; IC95%: 1,03-1,90; escore de Apgar 5 o minuto < 7 (OR = 2,63; IC95%: 2,21-3,14; uso de tubo endotraqueal (OR = 1,95; IC95%: 1,31-2,91; não uso de surfactante (OR = 0,54; IC95%: 0,43-0,69. O óbito em UTIN é determinado pelas condições assistenciais à gestação, parto e recém-nato.

  19. Ocupação, bem-estar e satisfação de vida: a experiência de um modelo alternativo de estágio em terapia ocupacional na Austrália

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luzia Iara Pfeifer

    Full Text Available Apresenta-se um modelo alternativo de estágio em terapia ocupacional desenvolvido na Deakin University - Austrália, denominado Ocupação, bem-estar e satisfação de vida - Occupation, wellness and life-satisfaction (OWLS. O OWLS oferece, aos estudantes, a oportunidade de atuação em contextos não tradicionais, permitindo um aprendizado estratégico em ambientes não clínicos, incluindo o trabalho com outros profissionais não-terapeutas ocupacionais e com diferentes culturas de trabalho e práticas, em resposta a lacunas identificadas na comunidade. Favorece oportunidades para desenvolver habilidades, tais como: a promoção da saúde, avaliação e educação em saúde e intervenção em escolas, melhorando, assim, a saúde e o bem-estar da comunidade. O programa tem contribuído para o desenvolvimento de novos projetos, com resultados positivos alcançados pelos estudantes, representando uma importante estratégia de ensino para capacitação do profissional de terapia ocupacional, ampliando, assim, a área de atuação.

  20. Ocupação, bem-estar e satisfação de vida: a experiência de um modelo alternativo de estágio em terapia ocupacional na Austrália

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luzia Iara Pfeifer

    2012-06-01

    Full Text Available Apresenta-se um modelo alternativo de estágio em terapia ocupacional desenvolvido na Deakin University - Austrália, denominado Ocupação, bem-estar e satisfação de vida - Occupation, wellness and life-satisfaction (OWLS. O OWLS oferece, aos estudantes, a oportunidade de atuação em contextos não tradicionais, permitindo um aprendizado estratégico em ambientes não clínicos, incluindo o trabalho com outros profissionais não-terapeutas ocupacionais e com diferentes culturas de trabalho e práticas, em resposta a lacunas identificadas na comunidade. Favorece oportunidades para desenvolver habilidades, tais como: a promoção da saúde, avaliação e educação em saúde e intervenção em escolas, melhorando, assim, a saúde e o bem-estar da comunidade. O programa tem contribuído para o desenvolvimento de novos projetos, com resultados positivos alcançados pelos estudantes, representando uma importante estratégia de ensino para capacitação do profissional de terapia ocupacional, ampliando, assim, a área de atuação.

  1. Trabalho rural e fatores de risco associados ao regime de uso de agrotóxicos em Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wagner Soares

    Full Text Available O objetivo deste artigo foi caracterizar o processo do trabalho rural em nove municípios de Minas Gerais, considerando indicadores sócio-demográficos, a estrutura agrária dos estabelecimentos rurais, práticas de trabalho relacionadas ao uso de agrotóxicos e, a intoxicação associada a seu uso. Os dados foram obtidos de uma pesquisa realizada pela Fundação Jorge Duprat Figueiredo, de Segurança e Medicina do Trabalho, que aplicou um questionário a 1.064 trabalhadores rurais, entre os anos de 1991 a 2000. Por meio de uma regressão logística, foram obtidos os fatores de risco associados à intoxicação por agrotóxicos dos grupos organofosforados e carbamatos. Cerca de 50% dos entrevistados se encontravam ao menos moderadamente intoxicados. Os fatores de risco encontrados foram: ter o último contato a menos de duas semanas com agrotóxicos; não usar proteção; ser orientado pelo vendedor; citar organofosforado ou carbamato como agrotóxico principal e trabalhar nos municípios de Teófoli Otoni, Guidoval ou Piraúba. Os resultados apontam para o alto grau de risco de agravos à saúde a que estão sujeitos trabalhadores rurais em contato com agrotóxicos.

  2. Trabalho rural e fatores de risco associados ao regime de uso de agrotóxicos em Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Soares Wagner

    2003-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo foi caracterizar o processo do trabalho rural em nove municípios de Minas Gerais, considerando indicadores sócio-demográficos, a estrutura agrária dos estabelecimentos rurais, práticas de trabalho relacionadas ao uso de agrotóxicos e, a intoxicação associada a seu uso. Os dados foram obtidos de uma pesquisa realizada pela Fundação Jorge Duprat Figueiredo, de Segurança e Medicina do Trabalho, que aplicou um questionário a 1.064 trabalhadores rurais, entre os anos de 1991 a 2000. Por meio de uma regressão logística, foram obtidos os fatores de risco associados à intoxicação por agrotóxicos dos grupos organofosforados e carbamatos. Cerca de 50% dos entrevistados se encontravam ao menos moderadamente intoxicados. Os fatores de risco encontrados foram: ter o último contato a menos de duas semanas com agrotóxicos; não usar proteção; ser orientado pelo vendedor; citar organofosforado ou carbamato como agrotóxico principal e trabalhar nos municípios de Teófoli Otoni, Guidoval ou Piraúba. Os resultados apontam para o alto grau de risco de agravos à saúde a que estão sujeitos trabalhadores rurais em contato com agrotóxicos.

  3. PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL EM COMPANHIAS ELÉTRICAS BRASILEIRAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARTA MARIA RODRIGUES LIMA

    2007-01-01

    Full Text Available El estudio descriptivo fue realizado con el objetivo de conocer el Programa de Control Médico de Salud Ocupacional de compañías de distribución de energía eléctrica, evaluar los datos de no-conformidad relacionándolos a situaciones de riesgo para los trabajadores y sugerir formas que permitan mejorar esos programas. Un cuestionario fue contestado, a través de medio electrónico, por siete empresas, que reflejan todas las regiones brasileñas. El análisis y la interpretación fueron divididos en tres categorías: contexto, desarrollo e informe final. De manera general, todas las distribuidoras de energía revelaron no conformidades. La empresa A presentó un asunto de no conformidad, la B presentó tres asuntos, la C cuatro asuntos, la D y la E seis asuntos, la F ocho y finalmente la empresa G presentó catorce asuntos de no conformidad. Entonces se concluye lo siguiente: la calidad técnica de algunos programas preventivos en cuestiones básicas de salud del trabajador es dudosa en algunas compañías. Esto puede ocasionar enfermedades, accidentes o muertes en el trabajo.

  4. TUBERCULOSIS COMO ENFERMEDAD OCUPACIONAL

    Science.gov (United States)

    Mendoza-Ticona, Alberto

    2014-01-01

    Existe evidencia suficiente para declarar a la tuberculosis como enfermedad ocupacional en diversos profesionales especialmente entre los trabajadores de salud. En el Perú están normados y reglamentados los derechos laborales inherentes a la tuberculosis como enfermedad ocupacional, como la cobertura por discapacidad temporal o permanente. Sin embargo, estos derechos aún no han sido suficientemente socializados. En este trabajo se presenta información sobre el riesgo de adquirir tuberculosis en el lugar de trabajo, se revisan las evidencias para declarar a la tuberculosis como enfermedad ocupacional en trabajadores de salud y se presenta la legislación peruana vigente al respecto. PMID:22858771

  5. Adiponectina sérica e risco cardiometabólico em pacientes com síndromes coronarianas agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Bernardes de Figueiredo Oliveira

    2013-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O tecido adiposo representa não somente uma fonte de energia estocável, mas principalmente um órgão endócrino que secreta várias citoquinas. A adiponectina, uma nova proteína semelhante ao colágeno, foi descoberta como uma citoquina específica do adipócito e um promissor marcador de risco cardiovascular. OBJETIVO: Avaliar a associação entre os níveis séricos da adiponectina e o risco para a ocorrência de eventos cardiovasculares, em pacientes com síndromes coronarianas agudas (SCA, e as correlações entre adiponectina e os biomarcadores metabólicos, inflamatórios e miocárdicos. MÉTODOS: Foram recrutados 114 pacientes com SCA, com seguimento médio de 1,13 ano para avaliação de desfechos clínicos. Modelos de regressão de risco proporcional de Cox com penalização de Firth foram construídos para determinar a associação independente entre adiponectina e o risco subsequente dos desfechos primário (composto de óbito cardiovascular/IAM não fatal/AVE não fatal e coprimário (composto de óbito cardiovascular/ IAM não fatal/AVE não fatal/re-hospitalização requerendo revascularização. RESULTADOS: Houve correlações diretas e significantes entre adiponectina e idade, HDL-colesterol e BNP, e inversas e significantes entre adiponectina e circunferência abdominal, peso corporal, índice de massa corporal, índice HOMA, triglicerídeos e insulina. A adiponectina foi associada a maior risco para os desfechos primário e coprimário (HR ajustado 1,08 e 1,07/incremento de 1.000, respectivamente, p = 0,01 e p = 0,02. CONCLUSÃO: Em pacientes com SCA, a adiponectina sérica foi preditor de risco independente para eventos cardiovasculares. De modo adicional às correlações antropométricas e metabólicas, a adiponectina mostrou correlação significante com BNP.

  6. Fatores de risco cardiovasculares em adolescentes: indicadores biológicos e comportamentais

    OpenAIRE

    Guedes,Dartagnan Pinto; Guedes,Joana Elisabete Ribeiro Pinto; Barbosa,Decio Sabbatini; Oliveira,Jair Aparecido de; Stanganelli,Luiz Cláudio Reeberg

    2006-01-01

    OBJETIVO: Oferecer informações descritivas e investigar a extensão com que os fatores de risco para doenças cardiovasculares de natureza comportamental estão associados aos fatores de risco biológicos na população jovem. MÉTODOS: Amostra de 452 adolescentes (246 moças e 206 rapazes) com idades entre 15 e 18 anos, selecionados de uma escola de ensino médio da cidade de Londrina, Paraná. Fatores de risco de natureza comportamental foram analisados mediante prática insuficiente de atividade físi...

  7. Avaliação dos riscos de queda de pacientes em uso de medicamentos prescritos em hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Justus Buhrer Ferreira Neto

    2015-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: estratificar medicamentos prescritos em escala de risco de queda, identificando subgrupos de medicamentos e unidades de internação com maior risco de queda. Método: estudo retrospectivo em prescrições de clínica médica, clínica cirúrgica, unidade de terapia intensiva geral. Fatores de risco considerados: 1 hipotensão ortostática; 2 hipotensão arterial; 3 hipertensão arterial; 4 bradicardia; 5 agitação psicomotora; 6 confusão mental; 7 tontura; 8 sonolência/sedação; 9 diminuição da visão; 10 convulsões; 11 atonia/distonia/fraqueza muscular; 12 hipoglicemia; 13 urgência micção e 14 urgência defecação/diarreia. Estabeleceu-se graus de risco: 0: 0 fator; I: 1-2 fatores; II: 3-5 fatores; III: 6-9 fatores e IV: 10-14 fatores. Resultados: foram analisados 3893 medicamentos, estratificados como graus: 0 22,7%; I 33,5%; II 28%; III 15,1%; IV 0,7%. Os graus III e IV referiram-se mais frequentemente a fármacos para distúrbios da acidez gástrica, 22,6%, e psicolépticos, 100%. Conclusão: conhecer fatores de risco associados aos medicamentos pode contribuir para prevenção e diminuição de quedas, sobretudo quando regimes terapêuticos não podem ser modificados.

  8. Insatisfação corporal, prática de dietas e comportamentos de risco para transtornos alimentares em mães residentes em Santos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Baeza Scagliusi

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a insatisfação corporal, a prática de dietas e os comportamentos de risco para transtornos alimentares em uma amostra de mães residentes no município de Santos. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal, de base populacional, com 453 mães de filhos com até 10 anos de idade. As mães responderam ao Teste de Atitudes Alimentares (EAT-26, à Escala de Figuras de Stunkard e a uma questão sobre a prática atual de dietas. RESULTADOS: Das mães, 29,9% apresentaram escore positivo para os comportamentos de risco para transtornos alimentares e 21,8% estavam fazendo dieta para emagrecer no momento da entrevista. No tocante à imagem corporal, 17,5% das mães estavam satisfeitas com o seu tamanho corporal, 71,5% gostariam de diminuir seu tamanho corporal e 11,0% gostariam de aumentá-lo. Os comportamentos de risco para transtornos alimentares foram mais frequentes nas mães insatisfeitas com seus tamanhos corporais (p < 0,0001. CONCLUSÃO: A maioria das mães investigadas estava insatisfeita com os seus tamanhos corporais. A frequência de mães que praticavam dietas ou tinham comportamentos de risco para transtornos alimentares foi similar ou superior aos demais estudos nacionais, conduzidos, em sua maioria, com populações consideradas de risco, como meninas adolescentes e jovens universitárias.

  9. Drogas em áreas de risco: o que dizem os jovens Drugs in risk areas: what young people say

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anacely Guimarães Costa

    2012-06-01

    Full Text Available A pesquisa teve como ponto de partida um planejamento comunitário para discussão da situação de saúde de uma das principais áreas de risco de Fortaleza-Ceará, no qual o tema das drogas ganhou destaque. Pretendeu-se entrar em contato com o que os adolescentes da área percebiam como fatores de risco e de proteção para consumo de drogas em sua comunidade. Trata-se de um estudo qualitativo em que foi usado o grupo focal como técnica para obtenção de informações. O tratamento dos dados foi o de sistematizar temas comuns, dividindo-os em duas categorias de análise: fatores de risco e de proteção para o envolvimento com drogas. Nas falas dos adolescentes, percebeu-se que coexistem múltiplos fatores que se relacionam, ora aparecendo como aspectos de influência, ora como protetores, entre eles: família, grupo social, escola, vida em área de risco e mídia. Por outro lado, as redes sociais de apoio apareceram essencialmente como protetoras. Também percebeu-se que alguns assuntos foram levantados de forma transversal aos temas centrais, como as perspectivas de vida desses jovens e a necessidade de políticas públicas, importantes no apoio às redes sociais, à família e na atuação em áreas de risco. Assim, o que se põe em questão é a impossibilidade de consenso sobre os fatores exclusivos de risco ou de proteção. A partir disso, destaca-se a importância de potencializar a discussão e provocar reflexões a respeito da possibilidade de modos de vida fora do circuito das drogas.The research has as starting point a community planning to discuss the health status of one of the key risk areas of Fortaleza, Ceará state, in which the theme of drugs was highlighted. It was intended to get in touch with what young people perceive as factors of risk and protection for drug abuse in their community. It is a qualitative study in which the focus group was used as technique for obtaining information. Data processing systematized common

  10. Influência do nível socioeconômico sobre comportamentos de risco para transtornos alimentares em adolescentes

    OpenAIRE

    Dunker, Karin Louise Lenz [UNIFESP; Fernandes,Cássia Peres Bonar; Carreira Filho,Daniel

    2009-01-01

    OBJETIVO: Investigar comportamentos de risco para transtornos alimentares (TA) em adolescentes de diferentes níveis socioeconômicos. MÉTODO: 183 adolescentes do sexo feminino de 15 a 18 anos de duas escolas (pública e particular) foram avaliadas quanto à renda e escolaridade dos pais, estado nutricional, comportamentos de risco para TA (Teste de Atitudes Alimentares - EAT-26), atitudes socioculturais quanto à aparência (Escala das Atitudes Socioculturais Voltadas para Aparência - SATAQ-3), pe...

  11. Micronutrientes antioxidantes e risco cardiovascular em pacientes com diabetes: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Aguiar Sarmento

    2013-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Associações inversas entre a ingestão de micronutrientes e desfechos cardiovasculares foram demonstradas previamente na população geral. OBJETIVO: Revisar sistematicamente o papel de micronutrientes no desenvolvimento/presença de desfechos cardiovasculares em pacientes com diabetes. MÉTODOS: Foi realizada uma busca nas bases de dados Medline, Embase e Scopus (Janeiro/1949-Março/2012 por estudos observacionais que avaliaram micronutrientes antioxidantes e desfechos cardiovasculares em pacientes com diabetes e, em seguida, os dados foram selecionados e extraídos (dois revisores independentes. RESULTADOS: Dos 15658 estudos identificados, cinco foram incluídos, sendo três de caso-controle e dois de coorte, com um acompanhamento de 7-15 anos. Uma metanálise não foi realizada devido aos diferentes micronutrientes antioxidantes (tipos e métodos de medição e os desfechos avaliados. Os micronutrientes avaliados foram: vitamina C (dieta e/ou suplementação, cromo e selênio em amostras de unha, e α-tocoferol e zinco no soro. A ingestão de > 300 mg de vitamina C a partir de uplementos esteve associada a um risco aumentado de doença cardiovascular, doença arterial coronariana (DAC e acidente vascular cerebral (RR 1,69-2,37. Altos níveis de α-tocoferol no soro foram associados a um risco 30% inferior de DAC em outro estudo (RR 0,71, IC 95% 0,53-0,94. Entre os minerais (zinco, selênio e cromo, foi observada uma associação inversa entre o zinco e a DAC: níveis inferiores a 14,1 μmol/L foram associados a um risco aumentado para DAC (RR 1,70, IC 95% 1,21-2,38. CONCLUSÃO: A informação disponível sobre essa questão é escassa. Estudos prospectivos adicionais são necessários para elucidar o papel desses nutrientes no risco cardiovascular de pacientes com diabetes.

  12. Proposição de um modelo para análise dos fatores de risco em projetos de implantação da metodologia lean

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonatas Ost Scherer Ost Scherer

    2013-01-01

    Full Text Available A gestão dos riscos envolvidos em projetos de implantação da metodologia lean é importante para reverter o baixo percentual de sucesso encontrado em tais projetos. Este artigo apresenta três contribuições principais ao tema: (i identificação dos fatores de risco em projetos de implantação da metodologia lean; (ii levantamento da intensidade do relacionamento entre os fatores identificados; e (iii algoritmo para a estimativa da probabilidade de sucesso da implantação, considerando a condição dos fatores e intensidade do relacionamento entre eles. O modelo proposto foi baseado na revisão da literatura e na opinião de especialistas da academia e da indústria. Ele utiliza preceitos de confiabilidade, em que os fatores de risco são modelados como um sistema série-paralelo. O modelo, testado em três empresas, apresentou resultados coerentes com as incertezas e riscos destes projetos. Identificou também os fatores de risco críticos para o projeto, considerando a sinergia entre os fatores.

  13. Massage application for occupational low back pain in nursing staff Aplicación del masaje para lumbalgia ocupacional en empleados de Enfermería Aplicação da massagem para lombalgia ocupacional em funcionários de Enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Talita Pavarini Borges

    2012-06-01

    actividades de trabajo y vida. Clinical Trials Identifier: NCT01315197.Trata-se de ensaio clínico com o objetivo de verificar a eficiência da massagem para diminuir a lombalgia ocupacional e sua influência no desempenho das atividades laborais e de vida, na equipe de Enfermagem. A amostra foi composta por 18 funcionários, que receberam de 7 a 8 sessões após o plantão. Pela escala numérica de dor, houve melhora significante estatisticamente entre a 3ª e 1ª avaliação (p=0,000 e entre 3ª e 2ª (p=0,004, pelo teste de Wilcoxon. Sobre a avaliação funcional de Owestry, no teste T pareado, observou-se diferença estatística (p=0,02 entre o primeiro momento, com média de 21,33% e o segundo (18,78%, e se manteve entre a segunda e terceira avaliação (16,67%. Foram encontrados 18 pontos (médio risco para escala de avaliação do risco na movimentação e transferência. Conclui-se que a massagem foi eficiente na diminuição da lombalgia ocupacional, assim como trouxe melhoria nas atividades de trabalho e vida. Clinical Trials Identifier: NCT01315197.

  14. Risco cardiovascular em profissionais de saúde de serviços de atendimento pré-hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Cavagioni

    2012-04-01

    Full Text Available Avaliar os fatores de risco cardiovascular, com ênfase na hipertensão, e estratificá-los de acordo com o Escore de Risco de Framingham (ERF. Estudo com 154 profissionais que atuavam em aten-dimento pré-hospitalar na cidade de São Paulo e rodovia Br-116. Foi considerado significante o valor de p110mg/dL- 11%, colesterol total>200mg/dL- 36%, LDL-c>130mg/dL- 33%, HDL-c150mg/dL- 30% e proteína C reativa>0,5mg/dL- 16%. O ERF foi médio em 10,3% e alto em 1,3%. Na análise de regressão logística verificou-se que a hipertensão associou-se com as variáveis: HDL-c (odds ratio: 0,257 e ERF (odds ratio: 23,159. Houve forte associação entre ERF e hipertensão. Os dados chamam a atenção, por se tratar principalmente de profissionais da área da saúde relativamente jovens.

  15. Fatores de risco e de proteção em adolescentes vítimas de abuso sexual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeane Lessinger Borges

    2013-09-01

    Full Text Available Este artigo refere-se a uma pesquisa qualitativa que visou identificar os fatores de risco e de proteção em casos de abuso sexual na adolescência. Foram entrevistadas duas meninas adolescentes vítimas de abuso sexual, de um município do Interior do Rio Grande do Sul. Os dados das entrevistas foram analisados por meio da Análise de Conteúdo (Bardin, 1977. Em relação aos resultados, percebe-se uma presença maior de fatores de risco do que de fatores de proteção no momento atual de vida das adolescentes, o que merece uma atenção especial por parte dos serviços que atendem estes casos. Sugerem-se pesquisas referentes aos estudos relacionados à resiliência e aos aspectos positivos da vida do ser humano, em vítimas de abuso sexual, buscando fortalecer os aspectos saudáveis das vítimas e ajudá-las a reconstruir sua vida.

  16. Identificação de fatores de risco cardiovascular em pais/cuidadores de crianças cardiopatas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Feijó Borges

    2012-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: As doenças cardiovasculares representam uma das principais causas de morbimortalidade no mundo. No Brasil, constituem a principal causa de óbitos. OBJETIVO: Identificar fatores de risco cardiovasculares em pais/cuidadores de crianças cardiopatas, mediante avaliação do estado nutricional, condições de saúde e estilo de vida. MÉTODOS: Estudo transversal, com 150 pais ou cuidadores de crianças cardiopatas que frequentavam um ambulatório de cardiologia pediátrica. Dados de identificação, estilo de vida e condições de saúde foram coletados por meio de questionário estruturado. Para análise dos hábitos alimentares utilizou-se questionário de frequência alimentar, e para avaliação do estado nutricional foram realizadas aferições de peso, estatura e circunferência da cintura e cálculo e classificação do Índice de Massa Corporal (IMC. RESULTADOS: Foram avaliados 155 pais de crianças cardiopatas, predominantemente do sexo feminino, 91,6%; a média de idade foi 35,0 ± 10,6 anos. Os fatores de risco observados em maior prevalência foram sedentarismo (85,2%, obesidade (28% e hipertensão (22,6%. Em relação aos hábitos alimentares foi identificada elevada frequência de consumo de carne vermelha, margarina, azeite, açúcar e baixo consumo de peixes. A comparação entre os gêneros apresentou diferença significativa em relação à obesidade, detectada pelo IMC, e hipertensão, e ambas foram mais presentes entre mulheres. A medida da circunferência da cintura também evidenciou maior risco cardiovascular nas mulheres. CONCLUSÃO: Foram identificados fatores de risco para doenças cardiovasculares nos pais/cuidadores avaliados, como excesso de peso, sedentarismo e hipertensão, além de hábitos alimentares inadequados como elevada frequência de consumo de gorduras saturadas e colesterol e baixa frequência de consumo de gorduras insaturadas.

  17. FATORES DE RISCO EM PACIENTES COM INFECÇÕES HOSPITALARES CAUSADAS POR Klebsiella pneumoniae PRODUTORA DE CARBAPENEMASE

    OpenAIRE

    Fernanda Paula Franchini

    2016-01-01

    Klebsiella pneumoniae produtora de klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC-Kp) é um patógeno emergente, com resistência a várias classes de antibióticos, sendo que suas infecções são associadas a considerável mortalidade. Este estudo tem como objetivo identificar fatores de risco para aquisição de infecções hospitalares causadas por KPC-Kp e identificar o desfecho clínico dos pacientes que adquirem essas infecções. Este é um estudo de caso-controle realizado em um hospital-escola terciário d...

  18. Diabetes mellitus tipo 2: investigaÃÃo dos fatores de risco em adolescentes de escolas particulares de fortaleza

    OpenAIRE

    HÃrica Cristina Alves de Vasconcelos

    2008-01-01

    Objetivou-se, com este estudo, identificar os fatores de risco para diabetes tipo 2 numa populaÃÃo de adolescentes de escolas particulares da cidade de Fortaleza.Trata-se de um estudo transversal realizado com 794 alunos de 12 a 17 anos nos meses de maio, junho, agosto e setembro de 2007. Doze escolas particulares das seis regionais que compÃem a cidade de Fortaleza foram selecionadas. Utilizou-se um formulÃrio onde se registraram dados pessoais, caracterÃsticas sociodemogrÃficas, hÃbitos ali...

  19. Prevalência de diabetes mellitus tipo 2 e outros fatores de risco associados em pacientes com glaucoma

    OpenAIRE

    Coblentz,Jacqueline; Pires,Maria Lucia Elias; Oliveira, Diogo; Lebeis,Karina; Terrezo,Larissa

    2010-01-01

    OBJETIVO: Avaliar a prevalência de diabéticos em uma amostra de pacientes com glaucoma; verificar se existe associação entre diabetes mellitus e glaucoma na amostra estudada; verificar outros fatores de risco associados. MÉTODOS: Foram analisados de forma retrospectiva os prontuários de 50 pacientes com diagnóstico de glaucoma. Os dados registrados foram sexo, idade, raça, história familiar de glaucoma e história pessoal de diabetes mellitus tipo 2. RESULTADOS: Do total de pacientes avaliados...

  20. O que é comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes? What is adolescents' eating disorder risk behavior?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar comportamento de risco para transtornos alimentares (TA e sua frequência entre adolescentes em uma revisão da literatura nacional e internacional. MÉTODOS: Foi realizada uma busca bibliográfica por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicinee Lilacs e no portal SciELO,utilizando-se os descritores relacionados à "eating disorder risk behavior". Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, espanhol e inglês, e especificamente com adolescentes. Foram avaliados 76 artigos e analisados a nomenclatura e os instrumentos utilizados para avaliar comportamento de risco para TA e sua prevalência. RESULTADOS: Encontrou-se uma série de termos para avaliar risco para TA. A metodologia mais utilizada foi a de questionários e escalas, destacando-se o EAT-26 ou 40 e o BITE, dentre os mais frequentes; a prevalência de risco variou de 0,24% a 58,4%. CONCLUSÃO: Diferentes nomenclaturas e instrumentos são utilizados para avaliar comportamento de risco para TA entre adolescentes, com grande amplitude nos resultados de prevalência. Maior padronização de termos e metodologia de avaliação permitiriam melhor comparação entre estudos epidemiológicos em diferentes localidades.OBJECTIVE: To characterize eating disorder (ED risk behavior and its prevalence among adolescents in a review of national and international literature. METHODS: We carried out an integrative review on PubMed (U.S. National Library of Medicine, Lilacs and SciELO, using descriptors related to "eating disorder risk behavior". Articles published in the last 10 years, in Portuguese, Spanish and English, and specifically with adolescents were selected. The nomenclature and instruments used to assess eating disorder risk behaviors and its frequency were evaluated and analyzed in 76 articles. RESULTS: Several terms to assess ED risk behavior were found; questionnaires and scales

  1. Identificação precoce do risco para transtornos da atenção e da leitura em sala de aula

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olga Valéria Andrade

    Full Text Available Testou-se a acurácia de atividades pedagógicas coletivas, baseadas em julgamentos fonológicos por meio do pareamento entre figuras e de figuras com palavras faladas, na identificação de escolares de risco para transtornos da atenção e da leitura em sala de aula. Quarenta e cinco escolares do 2º ano (idade média de 7 anos, 29 do gênero masculino, foram divididos em grupo controle, sem dificuldade de leitura-escrita (n=32, e grupo de risco, com dificuldade de leitura (n=13. O baixo desempenho nessas atividades, definido como os escores acima de 1,65 DP abaixo da média do grupo controle, apresentou boa sensitividade (verdadeiros positivos e especificidade (verdadeiros negativos na identificação precoce dos escolares de risco.

  2. Fatores de risco cardiovascular e consumo alimentar em cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Elisabete Hilgenberg

    2016-04-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é investigar a prevalência de fatores de risco cardiovascular e inadequações de consumo alimentar em cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira e a associação com sexo e ano de formação. Estudo transversal com 166 cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira, em Pirassununga – SP, entre junho e dezembro de 2013. Foram avaliadas medidas antropométricas, parâmetros bioquímicos e clínicos, nível de atividade física, tabagismo e consumo alimentar. Testes de Qui-Quadrado de Pearson ou Exato de Fisher foram utilizados. A prevalência de excesso de peso (IMC >25,0 kg/m2 foi de 29,7% nos homens e de 16,7% nas mulheres. Hipertensão arterial foi prevalente em 15,2% dos homens. Verificou-se hipercolesterolemia em 50,7% dos cadetes; 24,3% apresentaram valores elevados de lipoproteína de baixa densidade e, 11,2%, lipoproteína de alta densidade baixa. Houve associação entre tempo de permanência na Academia e lipoproteína de alta densidade baixa. Observou-se consumo elevado de gorduras saturadas (87,2% e de colesterol (42,7%. A ingestão inadequada de fibras foi verificada em 92,7% da amostra. Observou-se considerável prevalência de fatores de risco cardiovascular entre os cadetes, principalmente hipercolesterolemia e consumo alimentar inadequado.

  3. Características maternas em gestações com risco de prematuridade tardia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Feitosa Porto

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar as características maternas na prematuridade tardia. MÉTODOS: foi realizado um estudo do tipo corte transversal, com análise secundária das gestantes incluídas em um ensaio clínico randomizado realizado no Nordeste do Brasil, no período de 2008 a 2010, entre 34 e 36 semanas. Analisadas as variáveis maternas: idade, paridade, idade gestacional, antecedentes de prematuridade e condições clínicas associadas. A análise estatística foi realizada no programa Epi-Info 3.5.3. Foram construídas tabelas de distribuição de frequência para as variáveis categóricas e calculadas medidas de tendência central e de dispersão para as numéricas. Para determinação da associação entre a frequência das morbidades por estratos de idade gestacional, utilizou-se o teste qui-quadrado de associação. Considerou-se o nível de significância de 5%. RESULTADOS: foram analisadas 273 mulheres no IMIP com risco iminente de prematuridade tardia. A idade média foi 23,1 anos, 28,6% eram adolescentes e 53,8% primíparas. A idade gestacional média foi 35 semanas. Cerca de 12% tinham antecedentes de prematuridade. As condições associadas à prematuridade tardia foram: trabalho de parto prematuro (67%, ruptura prematura das membranas (39,6%, síndromes hipertensivas (25,3%, sem haver diferença da frequência por subgrupos de idade gestacional. CONCLUSÕES: trabalho de parto prematuro espontâneo, ruptura prematura das membranas e síndromes hipertensivas foram as condições clínicas mais frequentemente associadas com prematuridade tardia.

  4. Treinamento físico no risco de doença isquêmica cardíaca em sujeitos HIV/AIDS em uso de TARV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Ramos Lazzarotto

    2014-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A terapia antirretroviral combinada (TARV foi introduzida no Brasil em 1996, como parte da política nacional de acesso gratuito aos serviços de saúde e medicamentos. Infelizmente, o seu uso contínuo tem sido associado com mudanças na distribuição da gordura corporal e com alterações metabólicas que podem aumentar a morbidade e mortalidade nesta população. O treinamento físico tem sido estudado como uma estratégia eficaz de intervenção não farmacológica para melhorar os parâmetros de aptidão física relacionados à saúde e para minimizar os efeitos indesejáveis ​​da infecção pelo HIV e/ou o uso prolongado da TARV, no entanto, há poucos estudos sobre o treinamento físico, síndrome lipodistrófica e cardiologia. OBJETIVO: Avaliar o risco de doença isquêmica cardíaca em sujeitos HIV/AIDS em uso de TARV praticantes de treinamento concorrente com séries simples. MÉTODOS: Quatorze sujeitos foram avaliados através da circunferência abdominal, pressão arterial sistólica (PAS e diastólica (PAD, colesterol total (CT, HDL, LDL, triglicerídeos (TG e glicemia. Para a estimativa do risco coronariano em 10 anos utilizou-se o Escore de Framingham. RESULTADOS: A maioria dos sujeitos situou-se dentro dos valores de referência para as variáveis analisadas, exceto para os valores de LDL e TG. Treze sujeitos (92,7% ficaram abaixo dos 10% de risco coronariano em 10 anos, e apenas um (7,3% estava em risco moderado. Houve correlação significativa entre o tempo de treinamento e a PAS. CONCLUSÃO: Sugere-se a realização de ensaios clínicos randomizados para avaliar os mesmos desfechos deste estudo.

  5. Somatotipo, fatores de risco e razão cintura-estatura em indivíduos fisicamente ativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Henrique Souza de Almeida

    2015-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A relação entre o tipo físico e o risco cardiovascular vem sendo estudada em diversas populações do mundo. No Brasil, estudos que avaliam esta relação são escassos, principalmente quando se trata de indivíduos que praticam atividades físicas. Objetivo: Analisar a relação do somatotipo com fatores de risco cardiovascular e razão cintura-estatura (RCEst em praticantes de atividade física.MÉTODOS: Trata-se de uma pesquisa descritiva com delineamento transversal. A amostra foi constituída por 280 sujeitos, usuários da pista de Cooper da Universidade Federal de Pernambuco, na cidade de Recife, PE, Brasil. Para identificação do nível de atividade física, utilizou-se a versão curta do International Physical Activity Questionnaire(IPAQ. Os indivíduos classificados como muito ativos, ativos ou irregularmente ativos A ou B, foram incluídos na amostra. Excluíram-se os sujeitos inativos fisicamente. O somatotipo foi estimado através do protocolo antropométrico de Carter e Heath (1990. Determinaram-se como fatores de risco cardiovascular o tabagismo, o consumo de bebida alcoólica e a pressão arterial (PA. Empregou-se a estatística descritiva para caracterização da amostra, em seguida, utilizou-se a Análise de Variância Multivariada (MANOVA, com nível de significância de p < 0,05.RESULTADOS: Não foi identificada relação significativa para as variáveis tabagismo e consumo de bebida alcoólica. Na análise da PA (Pillai's trace = 0,082; F = 8,187; p < 0,05 e da RCEst (Pillai's trace = 0,298; F = 39,081; p < 0,05, verificou-se significância estatística com o somatotipo.CONCLUSÃO: O tipo físico foi positivo e significativamente relacionado com a PA e com a RCEst, demonstrando que esse indicador antropométrico pode ser utilizado para predizer precocemente o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

  6. Prevalência e fatores de risco para brucelose suína em Mossoró-RN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandro I. Leite

    2014-06-01

    Full Text Available A presente pesquisa teve como objetivo determinar a prevalência da brucelose e seus fatores de risco no rebanho suíno de Mossoró/RN. Compreendeu um estudo epidemiológico transversal e de abordagem quantitativa, no qual foram coletadas 412 amostras sanguíneas de suínos provenientes dos principais produtores do município e realizada inspeção das criações com entrevistas aos produtores. Anticorpos anti-Brucella spp. foram detectados pelo teste do antígeno acidificado tamponado (AAT e confirmados pela reação de fixação de complemento (RFC. A prevalência da brucelose nos suínos foi de 27,0% no teste de AAT e 17,5% na RFC. Em 55% das propriedades pesquisadas havia pelo menos um animal positivo, e a prevalência nestas variou de 6,7% a 80,0%. Os fatores de risco que estavam influenciando a ocorrência da doença foram: a presença de ratos nas criações, o contato com bovinos e a faixa etária jovem dos animais. Os resultados do estudo permitiram concluir que o agente etiológico da brucelose estava circulando em suínos do município de Mossoró-RN, com elevada prevalência no rebanho e nas propriedades, evidenciando o risco de transmissão desta zoonose para o homem.

  7. O seguro depósito induz ao risco moral nas cooperativas de crédito brasileiras?: um estudo com dados em painel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Gama Fully Bressan

    2012-06-01

    Full Text Available Interesses conflitantes e monitoramento imperfeito podem induzir instituições financeiras cobertas por seguro depósito a se exporem mais ao risco do que o nível preconizado pelo fundo gestor do seguro. Testa-se se a instauração do Fundo Garantidor (FGS do Sistema das Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob não induziu ao problema de risco moral. Utiliza-se um painel com dados mensais de 180 cooperativas (61,43% das cooperativas filiadas ao Sicoob. Modelos de dados em painel estimados com o índice de Basileia como proxy da exposição ao risco das cooperativas indicam que a instauração do FGS induziu ao problema de risco moral.

  8. Ações primárias em saúde cardiovascular: avaliação de indicadores de risco em escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thelma Leite de Araujo

    2009-06-01

    Full Text Available Estudos sobre indicadores de risco cardiovasculares são importantes em escolares. O objetivo do estudo foi associaros valores da pressão arterial sistólica (PAS e da pressão arterial diastólica (PAD com os dados antropométricosíndice de massa corporal (IMC, relação cintura-quadril (RCQ, pregas cutâneas tricipital e subescapular,sedentarismo, etilismo, tabagismo e história familiar de alterações cardiovasculares nos escolares que mantiveramvalores da pressão arterial acima do percentil 90 em três avaliações da saúde cardiovascular. Estudo de coorte,realizado em uma escola pública de Fortaleza, no período de 2004 a 2006. Foram avaliados os indicadores de risco e apressão arterial de 480 escolares. Os escolares que apresentaram, na primeira avaliação, valores iniciais da pressãoarterial acima do percentil 90 foram acompanhados em mais duas avaliações, com vistas a se confirmar alterações dapressão arterial. A amostra foi composta por 85 escolares. Nas crianças os valores da PAS estiveram correlacionadoscom a idade e a altura. Já a PAD esteve correlacionada com o perímetro do quadril, peso e altura. Nos adolescentes,os valores da PAS e da PAD estiveram correlacionados com a altura. Reforça-se a importância de estudos que avalieme acompanhem os indicadores de risco e a pressão arterial de escolares.

  9. Levantamento dos fatores de risco para diabetes mellitus tipo 2 em uma instituição de ensino superior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ortiz Maria Carolina Alves

    2001-01-01

    Full Text Available O aumento da expectativa de vida da população, diminuição da atividade física e aumento da ingesta calórica exercem importante papel no aparecimento do diabetes na população. Assim, o objetivo deste estudo é identificar os fatores de risco para o diabetes mellitus tipo 2, em 99 sujeitos de instituição de ensino, em uma cidade do interior paulista. Os resultados permitiram-nos concluir que: 51,5% dos sujeitos estão com sobrepeso ou obesos; 51,5% tem antecedentes hereditários, 70% não realizam atividades físicas regularmente, 68% sentem-se estressados no trabalho e 6% apresentam níveis pressóricos alterados. Os resultados indicam a necessidade de programa educativo junto às instituições, visando despertar nos sujeitos a necessidade de buscar estilos de vida saudáveis a fim de prevenir os fatores de risco para o diabetes tipo 2.

  10. Governança corporativa,desempenho,valor e risco: estudo das mudanças em momentos de crise

    OpenAIRE

    Fernanda Maciel Peixoto

    2012-01-01

    Nesta pesquisa, procurou-se analisar a relação entre governança corporativa e desempenho/valor/risco de empresas brasileiras de capital aberto em períodos de crise e de não crise. O horizonte temporal investigado envolveu o período de 2000 a 2009, segmentando-o em três subperíodos: crises locais (2000-2002); não crise (2003-2007); e crise global (2008-2009). A definição dos anos de crise e de não crise se baseou na literatura sobre o tema e na evolução do Índice Bovespa e do PIB brasileiro...

  11. IMPLANTAÇÃO DA AUDITORIA BASEADA EM RISCO EM UMA ENTIDADE DO "SISTEMA S": O CASO DO SEBRAE/CE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruth Carvalho de Santana Pinho

    2015-12-01

    Full Text Available Com a crescente complexidade dos negócios, muitas entidades viram a necessidade de um controle maior sobre o risco para que seus objetivos pudessem ser atingidos. O presente trabalho discorre sobre a Auditoria Baseada em Risco (ABR, evidenciando suas principais características. O estudo apresenta-se relevante tanto para o meio empresarial, evidenciando as etapas de implantação dessa metodologia, como para o meio acadêmico, que possui poucos estudos relacionados ao tema, conforme observações empíricas. Assim, coube como pergunta de pesquisa: Quais fatores contribuem para a adequada implantação de uma Auditoria Baseada em Risco? Tem-se como objetivo geral deste estudo, identificar os fatores de sucesso na implantação da Auditoria Baseada em Risco (ABR. Escolheu-se como procedimento de pesquisa o estudo de caso. Os dados foram obtidos por intermédio da documentação oficial de implantação da ABR na entidade a qual descreve todas as etapas de implantação, além de aplicação de entrevista e questionário entre os auditores internos da empresa e gestores das áreas de Licitação, Contabilidade e Jurídico Concluiu-se que a ABR é uma ferramenta importante para empresas que desejam avaliação independente para a Gestão de Riscos, sendo necessário um plano bem estruturado de implantação para êxito desta. Destarte, uma Auditoria Interna Tradicional bem desenvolvida, ou seja, que mantém um controle interno eficaz, se torna uma característica facilitadora para a mudança de escopo, pois para a correta implantação da ABR é necessário um ambiente de gestão robusto e o efetivo envolvimento da equipe de auditoria.

  12. Avaliação de risco e plasticidade comportamental limitada em girinos de Rhinella ornata (Anura, Bufonidae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renan N. Costa

    2014-06-01

    Full Text Available Os girinos de anuros são elementos importantes das redes tróficas de ambientes aquáticos, sendo recurso alimentar de diversos tipos de predadores. Desta maneira, os girinos apresentam uma grande variedade de mecanismos de defesa que podem ser morfológicos, comportamentais e/ou fisiológicos. A impalatabilidade, produzida pelo acúmulo de substâncias tóxicas na pele, é um mecanismo comum em muitas linhagens de anfíbios. No entanto, alguns predadores não são afetados por estas substâncias tóxicas, o que pode favorecer o desenvolvimento de mecanismos alternativos de defesa contra predação. Neste contexto, nosso objetivo foi avaliar se girinos impalatáveis de Rhinella ornata (Spix, 1824, podem apresentar mecanismos comportamentais de defesa contra predação na presença de predadores que não são afetados pelas substâncias tóxicas em sua pele. Para testar nossa hipótese, utilizamos dois tipos de predadores aquáticos: um heteróptero aquático do gênero Belostoma e uma larva de libélula do gênero Aeshna. Os girinos foram colocados em aquários com pistas visuais e químicas dos predadores (experimento de risco direto, somente pistas químicas (experimento de risco indireto e ausência completa de sinais de predadores (controle. Em ambos os casos, o comportamento de natação foi observado durante 5 minutos. Durante os experimentos não houve alteração no comportamento de natação dos girinos.

  13. Riscos biomecânicos posturais em trabalhadores de uma serraria Biomechanical risks in sawmill worker postures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Gustavo Soares de Oliveira

    2009-03-01

    Full Text Available Os trabalhadores em serrarias estão sujeitos a riscos biomecânicos advindos das posturas adotadas durante suas atividades laborais. Este trabalho visou avaliar as posturas adotadas por esses trabalhadores por meio do método de avaliação rápida do corpo inteiro (REBA, rapid entire body assessment, buscando detectar e classificar os riscos biomecânicos. Participaram 15 trabalhadores do setor de produção de uma serraria em João Pessoa, PB, do sexo masculino, com idade média de 44±10,9, avaliando-se quatro posturas: flexão anterior do tronco com levantamento de carga, agachamento profundo, flexão ântero-lateral do tronco e corpo estendido para mover uma prensa. Sintomas musculoesqueléticos foram identificados no mapa corporal de Corlett. Um questionário semi-estruturado levantou os dados demográficos, ambientais e as funções executadas. Pelo REBA, a flexão anterior de tronco apresentou nível de risco muito alto e as posturas de agachamento profundo, flexão ântero-lateral do tronco e movimento do corpo em extensão, nível de risco alto. Uma alta proporção (73,3% deles queixaram-se de dor ou desconforto na coluna e 26,8% na região dos ombros. Considerando os níveis de riscos apresentados, requerem-se intervenções ergonômicas preventivas no posto de trabalho para adoção de posturas que melhor propiciem a execução das atividades com menor risco à saúde do trabalhador.Workers in sawmills are exposed to biomechanical risks due to the postures adopted during their activities. The purpose here was to assess postures adopted by these workers by using the rapid entire body assessment (REBA, in order to detect and classify possible biomechanical risks. Fifteen male workers from the production section of a sawmill in João Pessoa, PB (mean age 44±10.9 years old were assessed as to the postures adopted at work. A semi-structured questionnaire collected demographic and environmental data as well as functions in the workplace

  14. Avaliação do risco ambiental utilizando FMEA em um laticínio na região de Lavras – MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Cássia Nogueira

    2010-11-01

    Full Text Available Uma metodologia que vem sendo paulatinamente empregada na avaliação do risco ambiental durante o processo produtivo é o FMEA (do inglês – Failure Mode and Effect Analysis, definida como uma ferramenta que busca em princípio, evitar ou minimizar as chances do produto ou processo falhar, aumentando assim a sua confiabilidade. Considerando que o impacto ambiental gerado por um laticínio apresenta diversos riscos em potencial, este método foi empregado na avaliação do risco ambiental durante o processamento de queijos em um laticínio da região de Lavras – MG. Um levantamento das entradas e saídas de cada operação do processo foi feito e as saídas que apresentaram risco ambiental foram analisadas utilizando-se um formulário para aplicação do método. Ações foram sugeridas de acordo com as mesmas, colaborando para a diminuição da probabilidade do risco ambiental gerado ocorrer à medida que estas ações foram sendo aplicadas, contribuindo para um processo mais sustentável e eficiente.

  15. Estresse Ocupacional e Resiliência Entre Profissionais de Saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Viviane Ferro da Silva Sousa

    Full Text Available Estudos apontam que vivências relacionadas ao trabalho podem acarretar adoecimento, sendo que repercussões adversas têm sido especialmente identificadas em profissionais de saúde. Considerando tais evidências, realizou-se uma investigação sobre estresse e resiliência entre profissionais dessa área. A coleta foi organizada em duas etapas: a survey online,com 92 profissionais de diferentes categorias, por meio da aplicação de questionário sociodemográfico e ocupacional, Job Stress Scale e Inventário de Resiliência; e b dois grupos focais presenciais, totalizando seis profissionais de enfermagem. Os dados foram submetidos à análise estatística e os relatos à análise de conteúdo temática. Principais fatores de risco encontrados: trabalhar em jornada de plantão e ter mais de um vínculo empregatício. Suporte social constituiu fator de proteção mais significativo. Técnicos de enfermagem representaram a categoria mais vulnerável. Mais da metade dos participantes revelou controle sobre a atividade laboral e baixo estresse ocupacional. Dentre os indicadores de resiliência, destacaram-se: satisfação no trabalho, competência emocional, empatia e tenacidade e inovação. Sugere-se que pesquisas futuras avaliem a eficácia de intervenções destinadas ao fortalecimento e desenvolvimento de fatores associados à resiliência, assim como à redução do estresse vivenciado na atuação em saúde.

  16. Servicios de salud ocupacional

    OpenAIRE

    Ramírez, Augusto V.; American College of Occupational and Environmental Medicine.

    2012-01-01

    Los Servicios de Salud Ocupacional tienen por misión prevenir las enfermedades causadas o relacionadas con el trabajo desarrollando programas preventivo-promocionales de salud, cuya base son los exámenes ocupacionales. La vigilancia de salud con estos exámenes es la herramienta de mayor uso en prevención y control de las enfermedades laborales. Su manejo técnico por el médico ocupacionista permite reconocer daño a la salud del trabajador en las primeras etapas de una enfermedad ocupacional. G...

  17. Prevalência de sintomas auditivos e vestibulares em trabalhadores expostos a ruído ocupacional Prevalencia de síntomas auditivos y vestibulares en trabajadores expuestos al ruido ocupacional Prevalence of auditory and vestibular symptoms among workers exposed to occupational noise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosalina Ogido

    2009-04-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi estimar a prevalência de sintomas auditivos e vestibulares em trabalhadores expostos a ruído ocupacional. Foram analisados os prontuários de 175 trabalhadores com perda auditiva induzida por ruído, atendidos em um centro de referência de saúde ocupacional de Campinas, SP, de 1997 a 2003. As variáveis estudadas foram freqüência dos sintomas de hipoacusia, zumbido e vertigem. As associações com idade, tempo de exposição ao ruído e limiares auditivos tonais foram analisadas utilizando-se os testes estatísticos qui-quadrado e exato de Fisher. Foram relatados hipoacusia em 74% dos casos, zumbidos em 81% e vertigem em 13,2 %. Verificou-se associação entre hipoacusia e idade, tempo de exposição ao ruído e limiares auditivos tonais e entre vertigem e tempo de exposição ao ruído, não sendo encontradas outras associações significativas.El objetivo del estudio fue estimar la prevalencia de síntomas auditivos y vestibulares en trabajadores expuestos al ruido ocupacional. Fueron analizados los prontuarios de 175 trabajadores con pérdida auditiva inducida por ruido, atendidos en un centro de referencia de salud ocupacional de Campinas, Sureste de Brasil, de 1997 a 2003. Las variables estudiadas fueron frecuencia de los síntomas de hipoacusia, zumbido y vértigo. Las asociaciones con edad, tiempo de exposición al rudio y límites auditivos tonales fueron analizados utilizándose las pruebas estadísticas chi-cuadrado y exacto de Fisher. Fueron relatados hipoacusia en 74% de los casos, zumbidos en 81% y vértigo en 13,2%. Se verificó asociación entre hipoacusia y edad, tiempo de exposición al ruido y límites auditivos tonales y entre vértigo y tiempo de exposición al ruido, no siendo encontradas otras asociaciones significativas.The purpose of the study was to assess the prevalence of auditory and vestibular symptoms in workers exposed to occupational noise. There were examined medical records of 175

  18. Avaliação do risco de quedas em idosos atendidos em Unidade Básica de Saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatyana Ataíde Melo de Pinho

    2012-04-01

    Full Text Available A população mundial vem envelhecendo de forma abrupta, o que representa um grande desafio para os órgãos competentes que, por sua vez, necessitam de novas políticas públicas de saúde, inclusive na prevenção de quedas. Este estudo objetivou avaliar o risco de quedas em idosos. Trata-se de um estudo epidemiológico de corte transversal com abordagem quantitativa, realizado em uma unidade de saúde da família. A amostra foi composta por 150 idosos avaliados de janeiro a abril de 2009. Para a coleta de dados, utilizou-se o Fall Risk Score, que foi analisado através do SPSS 17.0. Dos idosos avaliados 58,8% não sofreram quedas, sendo que, dos idosos que caíram (63 idosos, 71,4% sofreram de 1 a 2 quedas, citando como principal causa intrínseca a tontura/vertigem, enquanto que a extrínseca foi pisos escorregadios ou molhados. Conclui-se, portanto, que é de grande relevância avaliar o risco de quedas em idosos, para que se medidas preventivas sejam tomadas, com o objetivo de maximizar a qualidade de vida.

  19. Fatores de risco em operações valvares: análise de 412 casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo Machado BUENO

    1997-10-01

    Full Text Available O tratamento cirúrgico das valvopatias é muito freqüente e sua mortalidade ainda não se aproxima de zero. Neste estudo, procuramos identificar diversos fatores que poderiam aumentar o risco cirúrgico nestes procedimentos. Para isso, foram analisadas, retrospectivamente, 412 operações valvares realizadas no período de janeiro de 1994 a dezembro de 1995. A média de idade dos pacientes foi de 48,3 anos, com predomínio do sexo feminino (59,3%. Consistiam em reoperação 154 (37,4% casos e 24 (5,8% pacientes necessitaram revascularização miocárdica (RM associada. As valvas acometidas foram: mitral isolada (55,1%, aórtica isolada (27,2%, mitral e aórtica (11,4%, mitral e tricúspide (4,4%, tricúspide (0,7%, mitral aórtica e tricúspide (1,2%. A mortalidade hospitalar geral foi de 8,3%. Apresentaram-se como fatores de risco, relacionados à maior mortalidade, os seguintes: idade superior a 60 anos, presença de fibrilação atrial (FA no pré-operatório, necessidade de troca valvar (impossibilidade de preservação, classe funcional IV da NYHA no pré-operatório, redução da função ventricular (FE menor que 0,50, tempo de anôxia miocárdica superior a 75 minutos e tempo de circulação extracorpórea (CEC superior a 120 minutos. Pacientes submetidos a reoperação valvar e aqueles com RM associada apresentaram mortalidade mais elevada (11,7% e 20,8%, respectivamente, mas sem significância estatística. Por outro lado, a valva acometida, sexo, tipo de prótese utilizada nas trocas valvares (biológica ou metálica, número de operações valvares realizadas previamente (nas reoperações, intervalo de tempo entre a última operação e a atual (nas reoperações, e também nas reoperações o fato de ter sido submetido à troca valvar ou cirurgia conservadora previamente não alteram a mortalidade. Indicação cirúrgica precisa e no momento adequado, controle de arritmias pré-operatórias, novos medicamentos para controle da

  20. Sobre palavras que vendem coisas: o glossário do risco em anúncios de revistas On words that sell things: risk glossaries in media advertisements

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mary Jane P. Spink

    2007-04-01

    Full Text Available Este artigo visa entender como a linguagem dos riscos, nas suas diferentes tradições (risco-perigo, risco-probabilidade e risco-aventura, é utilizada para vender produtos em anúncios veiculados em revistas vendidas em bancas. Com esse objetivo, tomamos os anúncios como gêneros de discurso que fazem circular materialidades (artefatos cotidianos passíveis de comercialização (na forma de bens simbólicos e que são necessariamente endereçados a públicos específicos. Foi definida uma amostra de 101 revistas com base nas categorias utilizadas pelo Anuário de Mídia - Revistas. A análise levou em consideração as palavras empregadas nos anúncios, a categoria de produtos e a temática da revista. Conclui-se que, embora os riscos vendam produtos, trata-se mais do controle de riscos potenciais do que de apologia do risco. Mesmo quando os produtos são associados ao risco-aventura, vendem-se, de fato, emoções associadas à experiência do risco que são sustentadas por uma diversidade de estratégias de segurança.The aim of this research was to understand how the discursive traditions (risk as danger; risk as probability and risk as adventure of the language of risk are used in magazine advertisements. Advertisements were defined as genres of discourse that put into circulation materiality (quotidian artifacts that can be commercialized (as symbolic goods and are necessarily addressed to a specific public. A sample of 101 magazines was defined using the categories of the Anuário de Mídia - Revistas. The analysis took into account the words used in the advertisements, the category of goods been advertised and the type of magazine in which they appeared. Although risk does sell products, the focus tends to be on risk control rather than on an apology of risk. Even when products are associated to risk as adventure, what is being sold is the sensation of risk counterbalanced by a diversity of safety strategies.

  1. Suicide risk among inpatients at a university general hospital Risco de suicídio em pacientes internados em um hospital geral universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marianne Herrera Falceti Ferreira

    2007-03-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To estimate the proportion of inpatients at a university general hospital who are at risk of committing suicide. METHOD: A random sample of 253 patients (57% males aged 18 years old or older, admitted to surgical and clinical wards, was assessed using the the Mini International Neuropsychiatric Interview, which has a section that evaluates the risk for suicide. Uni- and multivariate analyses were performed. RESULTS: There were 58 (23% patients with a risk for suicide, 13 (5% of total of whom presented a high risk. The prevalence of suicide risk was greater in young adult patients, those with no matrimonial relationship and those diagnosed with major depression (univariate analysis, Chi-squared test; p = 0.01, 0.03 and 0.0001, respectively. The multivariate analysis revealed that the risk for suicide in individuals younger than 30 years old was two fold higher than in those individuals between the ages of 30 and 59 years (OR = 0.45, 95% CI = 0.22-0.93; p = 0.03 and four fold greater than in those who were 60 years old or older (OR = 0.25, 95% CI = 0.1-0.64; p = 0.004. CONCLUSION: When young adults are admitted to general hospitals they should receive special attention due to their suicidal potential.OBJETIVO: Estimar a proporção de pacientes internados em um hospital geral universitário que têm risco de suicídio. MÉTODO: Uma amostra aleatória de 253 pacientes (57% do sexo masculino com 18 anos ou mais, internados em enfermarias clínicas e cirúrgicas, foi avaliada por meio do Mini International Neuropsychiatric Interview, o qual possui uma seção que avalia risco de suicídio. Foram realizadas analises uni e multivariadas. RESULTADOS: Cinqüenta e oito (23% pacientes tinham risco de suicídio, 13 dos quais (5% do total risco elevado. A prevalência de risco de suicídio foi maior em adultos jovens, nos que não tinham vínculo matrimonial e nos que tiveram um diagnóstico de depressão maior (análise univariada, teste do Qui

  2. Avaliação do risco coronariano e sua relação com as ações de saúde em hipertensos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Viviane Rassele Silva

    2014-10-01

    Full Text Available Avaliou-se o risco para desenvolvimento de eventos coronarianos agudos de acordo com os critérios de Framingham e com as ações de saúde realizadas em hipertensos de uma Unidade de Saúde da Família de Vitória-ES. Estudo observacional, de corte transversal, envolvendo 330 hipertensos. A amostra considerou prevalência do agravo de 50%. Os dados foram coletados dos prontuários e as variáveis constituíram o risco coronariano, a pressão arterial, o número de consultas, de atividades educativas e de medicamentos prescritos. Foi utilizada a ANOVA para comparar as variáveis e o teste t pareado para comparação da pressão no período estudado, com nível de significância de 5%. Respectivamente, 115 (34,8% sujeitos apresentaram baixo risco de infarto ou morte por doença coronariana nos próximos 10 anos; 67 (20,4% apresentaram médio risco; e 148 (44,8% apresentaram alto risco. Somente o quantitativo de medicamentos prescritos mostrou relação significante com o risco coronariano elevado.

  3. Representações sociais da Enfermagem sobre biossegurança: saúde ocupacional e o cuidar prevencionista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Álvaro Francisco Lopes de Sousa

    Full Text Available RESUMO Objetivo: apreender as representações sociais da biossegurança por profissionais de Enfermagem na Atenção Primária e analisar como elas se articulam com a qualidade da assistência prestada. Métodos: pesquisa exploratória, qualitativa, fundamentada na Teoria das Representações Sociais. Os participantes da pesquisa foram 36 trabalhadores de Enfermagem de Unidades Básicas de Saúde de uma capital da Região Nordeste do Brasil. Os dados foram analisados pela Classificação Hierárquica Descendente. Resultados: foram obtidas cinco classes: acidentes ocupacionais sofridos pelos profissionais; exposição ocupacional a agentes biológicos; gestão da biossegurança em Atenção Primária; importância do equipamento de proteção individual, e biossegurança e controle de infecção. Conclusão: as diferentes tomadas de posições dos profissionais parecem se ancorar em um campo das representações sociais ligado a questões relacionadas ao conceito de biossegurança, à exposição a acidentes e riscos aos quais estão expostos. No entanto, o acidente ocupacional é reportado como inerente à prática.

  4. Fatores de risco para hipoglicemia em pacientes que usam infusão contínua de insulina endovenosa na unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carina Teixeira Paixão

    2014-12-01

    Full Text Available Trata-se de revisão descritiva dos fatores de risco para hipoglicemia em pacientes com infusão contínua de insulina na terapia intensiva. Buscaram-se publicações entre 2006 e 2012, em livros e artigos de bases indexadas em bibliotecas virtuais. Selecionadas oito publicações ordenadas em categorias que tratavam da hipoglicemia, terapia nutricional e protocolos glicêmicos associados à insulinoterapia venosa. Conclui-se que há fatores de risco comuns à equipe multiprofissional e  o conhecimento desses fatores permitirá a segurança dos pacientes na utilização dessa terapêutica. 

  5. Fatores de risco para lesão renal aguda em pacientes com trauma grave e seus efeitos na mortalidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luciano Baitello

    2013-06-01

    Full Text Available Os estudos que relacionaram lesão renal aguda (LRA e trauma surgiram durante a Segunda Guerra Mundial e, desde então, tem havido progressiva evolução dos cuidados para a prevenção da LRA. Entretanto, a determinação dos fatores de risco para o desenvolvimento de LRA pós-trauma permanece crucial e pode ajudar a reduzir esta complicação. OBJETIVO: Este estudo tem como objetivo identificar os fatores de risco para o desenvolvimento de LRA em pacientes com trauma grave e sua influência na mortalidade. Trata-se de um estudo retrospectivo com 75 pacientes incluídos por apresentarem trauma grave; seis foram excluídos por terem chegado ao hospital sem condições de ressuscitação. MÉTODO: As variáveis estudadas foram: idade, sexo, gravidade do trauma de acordo com Injury Severity Score (ISS e Escala de Coma de Glasgow (ECG, mecanismo de trauma, pressão arterial média na admissão, reposição volêmica nas primeiras 24h, níveis séricos de creatinina, uso de antibióticos nefrotóxicos, tempo de internação, necessidade de internação em UTI e mortalidade. RESULTADOS: A prevalência de LRA em traumatizados graves foi de 17,3%, sendo que os fatores associados à IRA nessa amostra foram TCE, ECG < 10. A mortalidade, o tempo de internação e a necessidade de UTI foram significativamente maiores nos pacientes que desenvolveram LRA. CONCLUSÕES: A identificação desses fatores de risco é de suma importância para a formulação de estratégias de atendimento aos pacientes vítimas de trauma grave, visando à prevenção da lesão renal aguda e da elevada mortalidade.

  6. Risco de infecção tuberculosa em agentes comunitários de saúde Riesgo de infección tuberculosa en agentes comunitarios de salud Risk of tuberculosis infection among community health agents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago Ricardo Moreira

    2010-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar o risco de infecção tuberculosa em agentes comunitários de saúde envolvidos no controle da doença. MÉTODOS: Foi seguida uma coorte prospectiva, de abril de 2007 a maio de 2008, no município de Cachoeiro de Itapemirim, ES. A coorte foi composta por 61 agentes comunitários, divididos em não-expostos (n=37 e expostos (que acompanharam pacientes com tuberculose, n=24. Durante os 12 meses de seguimento, foi realizado teste tuberculínico, utilizando a tuberculina PPD RT23. Foi calculado o risco relativo e intervalo com 95% de confiança e foi avaliada a correlação entre a viragem tuberculínica e a história ocupacional dos agentes por meio do coeficiente de correlação de Pearson. RESULTADOS: A incidência da viragem foi de 41,7% no grupo dos expostos e 13,5% no grupo dos não expostos. O risco anual de infecção foi de 52,8% no grupo dos expostos e de 14,4% no grupo dos não expostos (p= 0,013. Observou-se associação entre viragem tuberculínica e exposição a paciente com tuberculose (RR= 3,08; IC 95%: 1,201;7,914. CONCLUSÕES: Os agentes que acompanharam pacientes com tuberculose em suas rotinas de serviço apresentaram risco de infecção maior que aqueles que não acompanharam pacientes com essa doença. A implementação de medidas administrativas de biossegurança de rotina, entre as quais a prova tuberculínica, devem ser priorizadas, considerando o alto risco de infecção tuberculosa entre os agentes comunitários de saúde.OBJETIVO: Estimar el riesgo de infección tuberculosa en agentes comunitarios de salud envueltos en el control de la enfermedad. MÉTODOS: Fue seguida una cohorte prospectiva, de abril de 2007 a mayo de 2008, en el municipio de Cachoeiro de Itapemirim, Sureste de Brasil. La cohorte fue compuesta por 61 agentes comunitarios, divididos en no expuestos (n=37 y expuestos (que acompañaron pacientes con tuberculosis, n=24. Durante los 12 meses de seguimiento, fue realizada prueba tubercul

  7. Modelagem etnoecol?gica da percep??o de vulnerabilidades, riscos e impactos socioambientais em comunidades quilombolas da Ba?a de Todos os Santos

    OpenAIRE

    Santos, Andr?a Iridan dos

    2013-01-01

    Esta pesquisa foi desenvolvida nas comunidades Quilombolas de S?o Braz, em Santo Amaro, e na comunidade Salamina Putumuju, em Maragogipe, ambas localizadas no estado da Bahia,com o objetivo de elaborar modelos etnoecol?gicos que descrevam e reflitam como as popula??es quilombolas dessas comunidades percebem, avaliam e respondem aos impactos socioambientais, riscos e as vulnerabilidades existentes na Ba?a de Todos os Santos. Para isso foram realizadas 67 entrevistas semi-estruturas; observa??e...

  8. Prescrição de terapias baseadas em evidências para pacientes de alto risco cardiovascular: estudo REACT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Otávio Berwanger

    2013-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Dados de atendimento ambulatorial ao paciente de alto risco cardiovascular no Brasil são insuficientes. OBJETIVO: Descrever o perfil e documentar a prática clínica do atendimento ambulatorial de pacientes de alto risco cardiovascular no Brasil, no que diz respeito à prescrição de terapias baseadas em evidências. MÉTODOS: Registro prospectivo que documentou a prática clínica ambulatorial de indivíduos de alto risco cardiovascular, que foi definido como a presença de um dos seguintes fatores: doença arterial coronariana, cerebrovascular e vascular periférica; diabetes; ou aqueles com pelo menos três dos seguintes fatores: hipertensão arterial, tabagismo, dislipidemia, maiores 70 anos, histórico familiar de doença arterial coronariana, nefropatia crônica ou doença carotídea assintomática. Foram avaliadas características basais e a taxa de prescrição das intervenções medicamentosas e não medicamentosas. RESULTADOS: Foram incluídos 2.364 pacientes consecutivos, sendo 52,2% do gênero masculino, idade média de 66,0 anos (± 10,1. Dentre os pacientes incluídos, 78,3% utilizavam antiplaquetários, 77,0% estatinas e, dos pacientes com história de infarto do miocárdio, 58,0% receberam betabloqueadores. O uso concomitante destas três classes foi de 34%. Não atingiram as metas preconizadas pelas diretrizes 50,9% dos hipertensos, 67% dos diabéticos e 25,7% dos dislipidêmicos. Os principais preditores de prescrição de terapias com benefício comprovado foram centro com cardiologista e histórico de doença arterial coronariana. CONCLUSÃO: Este registro nacional e representativo identificou hiatos importantes na incorporação de terapias com benefício comprovado, oferecendo um panorama real dos pacientes de alto risco cardiovascular.

  9. Fatores associados ao risco para doenças não transmissíveis em adultos brasileiros: estudo transversal de base populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Casado Costa

    2012-06-01

    Full Text Available No Brasil, devido às mudanças nos perfis demográfico, epidemiológico e nutricional da população, as doenças infecciosas vêm cedendo lugar às crônicodegenerativas. Em face da grande heterogeneidade demográfica, social e econômica do país, são exigidas ações de saúde pública que sejam direcionadas às realidades locais. Com o objetivo de identificar os fatores associados ao risco para doenças não transmissíveis em adultos brasileiros, foi realizado um inquérito domiciliar, entre junho de 2002 e outubro de 2005, em amostra representativa de 18 capitais brasileiras. As prevalências dos fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis foram: excesso de peso; atividade física irregular ou sedentarismo;consumo de cigarros; consumo de álcool de risco; hipertensão arterial referida; diabetes referida; e hipercolesterolemia referida. A ausência de fatores de risco foi observada em apenas 8,5% da população entrevistada. Conclui-se que a alta prevalência de exposição a pelo menos um dos fatores de risco estudados evidencia que as ações em saúde devem ser multifatoriais e não dirigidas somente a um fator isolado.

  10. Estudo transversal sobre o uso de risco de álcool em uma amostra de estudantes de uma universidade federal brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Érika Correia Silva

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo Avaliar o padrão de consumo de álcool entre estudantes de uma universidade federal brasileira que faz parte do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI e identificar os grupos mais expostos a problemas relacionados ao uso de álcool e fatores associados. Métodos Caracteriza-se como um estudo descritivo, quantitativo e de delineamento transversal no qual se aplicou um questionário de caracterização sociodemográfica e o The Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT em 787 estudantes universitários de uma universidade federal brasileira. Resultados Entre os estudantes, 82,9% se enquadraram no grupo que faz consumo de baixo risco e 17,1%, no grupo que faz um consumo de risco. A análise de correspondência detectou que os estudantes do gênero masculino, os que não possuíam religião, que praticavam atividade física esporadicamente e que residiam em repúblicas se caracterizaram como pertencentes ao grupo de risco em relação ao consumo de álcool. Conclusões Os resultados indicam predominância de consumo de álcool de baixo risco entre os estudantes e sugerem uma relação entre consumo de álcool de maior risco e gênero masculino, não possuir religião, praticar atividade física esporadicamente e residir em repúblicas. Essas informações devem ser consideradas em programas preventivos no ambiente universitário.

  11. Modelos para gestão de riscos em cadeias de suprimentos: revisão, análise e diretrizes para futuras pesquisas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robson Nogueira Tomas

    2013-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é apresentar uma revisão bibliográfica, que possa ser considerada completa e inédita na literatura científica nacional, tendo como foco modelos para gestão de riscos em cadeias de suprimentos. Para tanto, foram revisados 103 artigos científicos publicados entre 2000 e 2012. Inicialmente, buscou-se categorizar os tipos de riscos abordados nos artigos científicos segundo a descrição proposta por Christopher e Peck (2004, a saber: internos à empresa focal (operações, processo e controle; externos para a empresa focal, mas internos para a cadeia (fornecimento e demanda; e externos à cadeia (macroambiente. Buscou-se, também, identificar as etapas elementares na composição de um modelo para gestão de riscos em cadeias de suprimentos. Uma vez categorizados os tipos de riscos e identificadas as quatro etapas elementares, efetuou-se uma análise a partir de três perspectivas: i as opções de modelos disponíveis na literatura para a prática de tal gestão, considerando-se os tipos de riscos e etapas que os compõem; ii um modelo final a ser proposto; e iii elementos que podem ser acrescentados ao modelo final. As principais contribuições deste trabalho dizem respeito a possibilitar melhor entendimento dos tipos de riscos que podem incidir sobre uma cadeia de suprimentos, discutir os modelos mais adequados para geri-los, além de oferecer diretrizes para futuras pesquisas na temática em questão.

  12. Monitoramento geofísico de desmonte de rocha com utilização de explosivos em condições de risco elevado em zona urbana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jair Carlos Koppe

    2001-12-01

    Full Text Available Esse trabalho introduz uma metodologia baseada na aplicação de métodos geofísicos para avaliação do risco associado ao desmonte de rochas com utilização de explosivos em áreas urbanas com alta densidade demográfica e situação de risco elevada. A utilização de GPR (ground penetrating radar forneceu informações relacionadas com as condições geomecânicas do terreno, tais como densidade de fraturas, enquanto que o monitoramento sismográfico auxiliou no controle de vibrações geradas pelo desmonte, mantendo-se essas vibrações abaixo dos limites estabelecidos na legislação brasileira. Resultados de caracterização geomecânica do subsolo e do monitoramento de vibrações são descritos e discutidos. A metodologia proposta é ilustrada em um estudo de caso.This paper presents an application of geophysical methods to evaluate the risk associated with blasting used during rock excavation at highly populated and risky urban areas. Ground penetration radar provided information related to rock mechanics such as fracture density, whilst seismographic readings helped in maintaining vibration levels below maximum limits. Results of in situ soil and rock characterization and vibration control are reported and discussed. The methodology proposed is illustrated in case study.

  13. Fatores de risco relacionados à condição de saúde periodontal em universitários

    OpenAIRE

    Souza,Carlos Henrique de Carvalho e; Neusa Barros Dantas-Neta; Joseany Barbosa Laurentino; Danila Lorena Nunes-dos-Santos; Raimundo Rosendo Prado Júnior; Regina Ferraz Mendes

    2013-01-01

    INTRODUÇÃO: A doença periodontal pode ter seu início na infância e na adolescência, e progredir lentamente ao longo da vida. Em universitários, a forma mais comum e prevalente da doença é a gengivite. OBJETIVO: Mensurar a condição de saúde periodontal de uma amostra de universitários e verificar existência da associação com variáveis sociodemográficas e os fatores de risco envolvidos. MATERIAL E MÉTODO: A amostra consistiu de 306 universitários voluntários, com idade entre 19 e 35 anos, sendo...

  14. O estresse ocupacional e a síndrome do esgotamento profissional (burnout em trabalhadores da indústria do petróleo: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Monteiro Dias

    Full Text Available Resumo Introdução: na indústria do petróleo, os trabalhadores atuam em diversas áreas e nas mais adversas condições de trabalho, o que pode resultar em agravos como o estresse ocupacional e o burnout. Objetivo: investigar a associação entre o ambiente de trabalho na indústria do petróleo e o estresse ocupacional e burnout nos trabalhadores, assim como, fatores psicossociais e sintomas físicos associados. Métodos: revisão sistemática de literatura realizada em nove bases de dados bibliográficos. Incluíram-se estudos epidemiológicos observacionais em inglês, espanhol e português publicados entre 1994 e 2014, com pontuação acima de 13 pontos, segundo critérios do Checklist for measuring quality. Resultados: a maioria dos estudos selecionados foi acerca da identificação de fontes de estresse ocupacionais associados a alguns fatores psicossociais. Conclusão: os profissionais da indústria de petróleo estão submetidos a inúmeros estressores ocupacionais que influenciam os aspectos físicos, psíquicos e sociais de sua saúde. O aprofundamento da temática pode estimular o desenvolvimento de estratégias que promovam melhor qualidade de vida e condições de trabalho a esses profissionais.

  15. Validação prospectiva do escore de risco dante pazzanese em síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do segmento ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Silva dos Santos

    2013-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Em Síndrome Coronariana Aguda (SCA sem Supradesnivelamento do segmento ST (SST é importante estimar a probabilidade de eventos adversos. Para esse fim, as diretrizes recomendam modelos de estratificação de risco. O escore de risco Dante Pazzanese (escore DANTE é um modelo simples de estratificação de risco, composto das variáveis: aumento da idade (0 a 9 pontos; antecedente de diabete melito (2 pontos ou acidente vascular encefálico (4 pontos; não uso de inibidor da enzima conversora da angiotensina (1 ponto; elevação da creatinina (0 a 10 pontos; combinação de elevação da troponina e depressão do segmento ST (0 a 4 pontos. OBJETIVO: Validar o escore DANTE em pacientes com SCA sem SST. MÉTODOS: Estudo prospectivo, observacional, com inclusão de 457 pacientes, de setembro de 2009 a outubro de 2010. Os pacientes foram agrupados em: muito baixo, baixo, intermediário e alto risco de acordo com a pontuação do modelo original. A habilidade preditiva do escore foi avaliada pela estatística-C. RESULTADOS: Foram 291 (63,7% homens e a média da idade 62,1 anos (11,04. Dezessete pacientes (3,7% apresentaram o evento de morte ou (reinfarto em 30 dias. Ocorreu aumento progressivo na proporção do evento, com aumento da pontuação: muito baixo risco = 0,0%; baixo risco = 3,9%; risco intermediário = 10,9%; alto risco = 60,0%; p < 0,0001. A estatística-C foi de 0,87 (IC 95% 0,81-0,94; p < 0,0001. CONCLUSÃO: O escore DANTE apresentou excelente habilidade preditiva para ocorrência dos eventos específicos e pode ser incorporado na avaliação prognóstica de pacientes com SCA sem SST.

  16. Imagem corporal e comportamentos de risco para transtornos alimentares em bailarinos profissionais Body image and risk behavior for eating disorders in professional ballet dancers

    OpenAIRE

    Lena Guimarães Ribeiro; Gloria Valeria da Veiga

    2010-01-01

    INTRODUÇÃO E OBJETIVO: A grande preocupação com a aparência e a forma física e a constante pressão para manterem baixo peso corporal são fatores que levam a distorções da imagem corporal e tornam os bailarinos um grupo de risco para o desenvolvimento de transtornos alimentares (TA). O objetivo deste estudo foi avaliar a percepção da imagem corporal e sua associação com comportamentos de risco para TA em bailarinos profissionais. MÉTODOS: Foram estudados 61 bailarinos (39 mulheres e 22 homens)...

  17. Construção de um software para avaliação do risco de úlcera por pressão em Unidade Terapia Intensiva

    OpenAIRE

    Silva, Camila Polo Camargo da [UNESP

    2013-01-01

    Pacientes sob cuidados intensivos têm geralmente alto risco para o desenvolvimento de úlcera por pressão (UP), isto devido às condições clínicas e aos fatores extrínsecos que estão expostos até sua reabilitação. Dentre o rol de indicadores de qualidade em unidade de terapia intensiva (UTI), a UP é um dos indicadores pertinente que reflete a qualidade assistencial da unidade. Este estudo teve como objetivos desenvolver um software para identificar os fatores de risco associados à UP, testar o ...

  18. Sintomas de doenças sexualmente transmissíveis em adultos: prevalência e fatores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Laura Vidal Carret

    2004-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Medir a prevalência de sintomas de doenças sexualmente transmissíveis (DST e seus fatores de risco em uma população adulta. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional. A amostra foi constituída de adultos com 20 anos ou mais de idade, da zona urbana de Pelotas, RS. Utilizou-se questionário auto-aplicado para obtenção de informações de comportamento sexual e de sintomatologia para DST. A análise ajustada foi realizada por regressão logística. RESULTADOS: A prevalência de sintomas de DST foi de 13,5%. Pessoas do sexo feminino, mais jovens e cor não branca, bem como aquelas que não usaram preservativo na última relação sexual e que tiveram maior número de parceiros apresentaram maior risco para DST. Após estratificar por sexo, idade precoce de iniciação sexual e prática de sexo anal, as DST mostraram-se associadas com o desfecho apenas para os homens, e a menor escolaridade mostrou-se associada com o desfecho apenas para as mulheres. CONCLUSÕES: Este estudo mostrou uma prevalência importante de sintomas de DST. Levando-se em conta que muitas DST são assintomáticas e casos sintomáticos freqüentemente não são percebidos como patológicos pelos doentes e/ou não são diagnosticados pelos serviços, considera-se que o problema é ainda maior. Os resultados contribuíram também para aprofundar a discussão sobre o fato de viver com companheiro sexual não ser fator de proteção para a presença de sintomas dessas doenças e indicaram diferenças nos fatores de risco entre os sexos, sendo necessário considerar estas peculiaridades na abordagem deste assunto.

  19. Sintomas de doenças sexualmente transmissíveis em adultos: prevalência e fatores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carret Maria Laura Vidal

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Medir a prevalência de sintomas de doenças sexualmente transmissíveis (DST e seus fatores de risco em uma população adulta. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional. A amostra foi constituída de adultos com 20 anos ou mais de idade, da zona urbana de Pelotas, RS. Utilizou-se questionário auto-aplicado para obtenção de informações de comportamento sexual e de sintomatologia para DST. A análise ajustada foi realizada por regressão logística. RESULTADOS: A prevalência de sintomas de DST foi de 13,5%. Pessoas do sexo feminino, mais jovens e cor não branca, bem como aquelas que não usaram preservativo na última relação sexual e que tiveram maior número de parceiros apresentaram maior risco para DST. Após estratificar por sexo, idade precoce de iniciação sexual e prática de sexo anal, as DST mostraram-se associadas com o desfecho apenas para os homens, e a menor escolaridade mostrou-se associada com o desfecho apenas para as mulheres. CONCLUSÕES: Este estudo mostrou uma prevalência importante de sintomas de DST. Levando-se em conta que muitas DST são assintomáticas e casos sintomáticos freqüentemente não são percebidos como patológicos pelos doentes e/ou não são diagnosticados pelos serviços, considera-se que o problema é ainda maior. Os resultados contribuíram também para aprofundar a discussão sobre o fato de viver com companheiro sexual não ser fator de proteção para a presença de sintomas dessas doenças e indicaram diferenças nos fatores de risco entre os sexos, sendo necessário considerar estas peculiaridades na abordagem deste assunto.

  20. Alimentação, risco cardiovascular e nível de atividade física em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina De Lima Sumini

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar os valores de consumo alimentar para risco cardiovascular, a prevalência de sobrepeso e obesidade, e o nível de atividade física em adolescentes de um colégio estadual na cidade de Curitiba-PR. Métodos: Estudo descritivo transversal com análise quantitativa dos dados, realizada com adolescentes do ensino fundamental, com idade entre 11 a 15 anos. Os dados foram coletados por meio da avaliação de IMC, questionário nível de atividade física (IPAQ e de alimentos relacionados ao risco cardiovascular. Resultados: Avaliou-se 24 adolescentes, com média de idade de 12,75 (±1,70. Em relação ao IMC dos adolescentes, apenas 12,5 % (n=3 apresentaram sobrepeso. Quanto ao nível de atividade física, 41,66% (n=10 foram classificados como irregularmente ativos e 20,83% (n=5 como sedentários. Relativo aos alimentos consumidos ligados ao risco de doenças cardiovasculares, 75% (n=18 apresenta consumo excessivo destes alimentos. Conclusão: Portanto, programas para intensificar ações para promoção de hábitos alimentares saudáveis e prática de atividade física são fundamentais. ABSTRACT Food, cardiovascular risk and level of physical activity in teenagers Objective: To determine the values of food consumption for cardiovascular risk, the prevalence of overweight and obesity, and the level of physical activity in adolescents from a state school in the city of Curitiba-PR. Methods: Cross-sectional study with quantitative data analysis, carried out with adolescents of elementary school, aged 11 to 15 years. Data were collected through the evaluation of BMI, physical activity questionnaire (IPAQ and food-related cardiovascular risk. Results: We evaluated 24 adolescents with a mean age of 12.75 (± 1.70. Regarding BMI of adolescents, only 12.5% (n = 3 were overweight. The level of physical activity, 41.66% (n = 10 were classified as irregularly active and 20.83% (n = 5 as sedentary. Relating to food consumed linked to the

  1. O conceito de risco e os seus efeitos simbólicos nos acidentes com instrumentos perfurocortantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everaldo José da Silva

    Full Text Available O estudo objetivou compreender o risco ocupacional como um processo simbólico que estrutura as atividades diárias dos profissionais da área de saúde que manipulam instrumentos perfurocortantes. Pesquisa descritiva realizada em um hospital universitário com dados coletados por meio do levantamento dos acidentes de trabalho no Centro de Tratamento Intensivo adulto e na Lavanderia, pela aplicação de um questionário a 105 profissionais de saúde. Os dados foram analisados por meio de uma perspectiva interdisciplinar para conciliar a análise quantitativa e qualitativa dos dados. Os resultados revelaram que, embora os dados indiquem baixo índice de acidentes, ainda é preciso aprimorar instrumentos como o mapa de riscos e o uso de equipamentos de segurança, bem como investir na capacitação das equipes.

  2. O conceito de risco e os seus efeitos simbólicos nos acidentes com instrumentos perfurocortantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everaldo José da Silva

    2012-10-01

    Full Text Available O estudo objetivou compreender o risco ocupacional como um processo simbólico que estrutura as atividades diárias dos profissionais da área de saúde que manipulam instrumentos perfurocortantes. Pesquisa descritiva realizada em um hospital universitário com dados coletados por meio do levantamento dos acidentes de trabalho no Centro de Tratamento Intensivo adulto e na Lavanderia, pela aplicação de um questionário a 105 profissionais de saúde. Os dados foram analisados por meio de uma perspectiva interdisciplinar para conciliar a análise quantitativa e qualitativa dos dados. Os resultados revelaram que, embora os dados indiquem baixo índice de acidentes, ainda é preciso aprimorar instrumentos como o mapa de riscos e o uso de equipamentos de segurança, bem como investir na capacitação das equipes.

  3. Fatores de risco criminal e competências emocionais em ofensores

    OpenAIRE

    2015-01-01

    Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde, Núcleo de Psicoterapia Cognitiva-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2015 Por forma a compreender parte da génese do comportamento criminal, propõem-se explorar os fatores de risco criminal, alexitimia e regulação emocional numa população de ofensores. O presente estudo contou com 92 participantes reclusos (dos quais 30 condenados por crimes contra a autodeterminação sexual, 3...

  4. Instrumento para mensurar o estresse ocupacional: Inventário de Estresse em Enfermeiros (IEE Instrumento para medir el estrés ocupacional: Inventario de Estrés en Enfermeros (IEE An instrument to measure occupational stress: a nurses' stress inventory

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeanne Marie R. Stacciarini

    2000-12-01

    Full Text Available Apresentamos um estudo exploratório que objetivou construir um inventário para mensurar o estresse ocupacional em enfermeiros (IEE. Um conjunto de itens foi inicialmente constituído, a partir de categorias previamente definidas em entrevistas com enfermeiros e depois, melhorado com análise semântica de juizes e com um teste piloto em alunos de enfermagem. Para esse estudo, utilizamos uma amostra de 461 enfermeiros - funcionários públicos do Distrito Federal -, que responderam o IEE. A análise fatorial indicou a presença de um fator global de segunda ordem e três fatores de primeira ordem: Relações Interpessoais, Papéis Estressores da Carreira e Fatores Intrínsecos ao Trabalho.Presentamos un estudio exploratorio cuyo objetivo es la construcción de un instrumento para medir el estrés ocupacional en enfermeros ("Inventario de Estrés en Enfermeros - IEE". Un conjunto de itens fue construido inicialmente a partir de categorías previamente definidas en entrevistas con enfermeros y después, mejoradas por medio de análisis semántico de jueces y con una prueba-piloto en alumnos de enfermería. Para este estudio, utilizamos una muestra de 461 enfermeros ¾ trabajadores públicos del Distrito Federal -, que respondieron el IEE. El análisis factorial indicó la presencia de un factor global de segundo orden y tres factores de primer orden: Relaciones Interpersonales, Papeles Estresantes de la Profesión y Factores Intrínsecos del Trabajo.We present an exploratory study aiming at constructing an inventory to measure occupational stress in nurses ("Inventário de Estresse em Enfermeiros" - IEE. A set of items was initially constructed from previously defined categories based on interviews with nurses and then improved through semantic analysis by referees and a pilot-test with nursing students. A sample of 461 nurses - workers from the public services of the Federal District - who answered the IEE was used in the study. Factorial

  5. Fatores de risco para a coluna: avaliação em consulta de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Edla de Oliveira Bringuente

    1997-09-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como propósito estudar os fatores de risco que afetam a pessoa com dor na couna, identificando-os e implementando uma proposta de intervenção, composta de um programa de educação à saúde, fundamentado no ensino do autocuidado, pressupostos filosóficos humanista-existenciais e abordagens equalizadoras do estresse, dentre elas, atividades reintegradoras músculo-esqueléticas, técnicas básicas de equalízação do estresse e massagens. Foi desenvolvido junto a uma população de 42 clientes, tendo sido utilizados na coleta de dados dois instrumentos que integraram o protocolo de consultas de enfermagem. Os resultados demonstraram a existência de fatores de risco associados e modificáveis mediante programas de educação à saúde. O processo avaliativo contribuiu para que se tivesse uma visão das medidas terapêuticas, utilizando nessa abordagem cuidados não convencionais, contribuindo, outrossim, na melhoria da qualidade de vida desses clientes.

  6. Ambiente aquático como cenário terapêutico ocupacional para o desenvolvimento do esquema corporal em síndrome de down - doi: 10.5020/18061230.2010.p389

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chrystiane Maria Veras Porto

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar o efeito do ambiente aquático enquanto cenário terapêutico ocupacional no desenvolvimento do esquema corporal de uma criança com Síndrome de Down, considerando-se as propriedades terapêuticas da água. Descrição do caso: Pesquisa intervencionista, de caráter qualitativo descritivo, realizada em uma piscina adaptada do Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI da Universidade de Fortaleza, Ceará, no período de março a maio de 2005. O sujeito do estudo foi uma criança do gênero feminino, de 10 anos de idade, com diagnóstico de Síndrome de Down. A coleta de dados teve como instrumentos um roteiro de anamnese, uma ficha de avaliação do desenvolvimento neuropsicomotor, além do diário de campo para registro das observações clínicas durante as sessões. Estas informações foram organizadas e analisadas com base no raciocínio clínico do terapeuta ocupacional e, em seguida, descritas como estudo de caso. Observou-se evolução no desenvolvimento das habilidades relacionadas ao esquema corporal, tais como percepção das partes finas do próprio corpo, partes amplas no corpo do outro, imitação de posições, culminando com participação mais ativa nas atividades da vida diária. Considerações Finais: Verificou-se a eficácia das atividades terapêuticas ocupacionais realizadas no ambiente aquático para o desenvolvimento do esquema corporal da criança em estudo. Isso pode ser útil para a realização de novas pesquisas sobre a temática – cuja literatura é escassa – e contribuindo para a crescente atualização das práticas da Terapia Ocupacional

  7. Assessment of occupational risk and radiation protection conditions of the dental radiological diagnosis services; Avaliacao de condicoes de radioprotecao e risco ocupacional em servicos de radiodiagnostico odontologico

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Andrade, Lilia M.; Kastner, Geraldo F.; Carneiro, Orozimbo J.; Maia, Margareth; Pereira, Claubia [Minas Gerais Univ., Belo Horizonte, MG (Brazil). Dept. de Engenharia Nuclear]. E-mail: lidia@nuclear.ufmg.br; claubia@nuclear.ufmg.br

    2001-07-01

    The radiograph constitutes an important complementary method to the dental diagnosis , inside of the universe of the diagnosis for images. The emission of X-ray during the radiograph exam it requests special attention concerning the so much radiological protection for the patient as for the professional. Referring norms to the theme regulate the operation of the radiological diagnosis services and are specified in the Portaria 453 from June 1, 1998 of the Secretaria Nacional de Vigilancia Sanitaria. Based on this entrance, they were appraised the conditions of operation of services of dental radiological diagnosis in public and private establishments, in the city of Belo Horizonte, with relationship the radiological protection, occupational risk and it structures physics of the establishment. (author)

  8. Comparação das curvas NCHS, CDC e OMS em crianças com risco cardiovascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Grasiela Junges de Oliveira

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi comparar a prevalência de sobrepeso e obesidade de acordo com três curvas de crescimento: OrganizaçãoMundialde Saúde(OMS/2006, National Centre for Health Statistics (NCHS/1977 e Centers for Disease Control and Prevention (CDC/2000 em crianças com fatores de risco cardiovascular. MÉTODOS: Foram avaliados dados de 118 crianças e adolescentes, com idade entre 2 e 19 anos, atendidos entre os anos de 2001 a 2009 no Ambulatório de Cardiologia Pediátrica Preventiva do Instituto de Cardiologia de Porto Alegre. As variáveis analisadas foram: peso, altura, idade e sexo. Estas foram classificadas quanto aos critérios peso/idade, estatura/idade e índice de massa corpórea (IMC. Os pontos de corte adotados foram de três curvas de crescimento OMS/2006, NCHS/1977, CDC/2000. RESULTADOS: Quanto ao critério peso/idade pelo NCHS, 18% das crianças foram classificadas com eutrofia e 82% com peso elevado; pelo CDC, 28% eutróficas e 72% peso elevado; e pela OMS, 16,0% com eutrofia e 84% com peso elevado. Segundo o IMC, foram classificadas com baixo peso 0,8% da população, segundo CDC e OMS; eutróficos 7,6% e 6,8%, sobrepeso 26,3% e 11,9%, e com obesidade 65,3% e 80,5%, pelo CDC e OMS, respectivamente. Quanto ao critério estatura/idade, não houve diferença significativa entre os referenciais; em média, 98,3% da população estudada apresentou estatura adequada para idade. CONCLUSÃO: Conclui-se que as novas curvas da OMS são mais sensíveis para identificar obesidade em uma população de risco, o que tem importantes implicações para o manejo preventivo e terapêutico.

  9. Os testes de equilíbrio Alcance Funcional e “Timed Up and Go” e o risco de quedas em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Paula Silva Campos

    2014-03-01

    Full Text Available O risco de quedas aumenta com o envelhecimento, tornando-se problema de saúde pública. O estudo atual teve como objetivo identificar os fatores de risco de quedas em indivíduos idosos e analisar se os testes de equilíbrio, Teste de Alcance Funcional (TAF e “Timed Up and Go” (TUG, identificam aqueles com maior susceptibilidade a cair. Realizou-se estudo prospectivo, transversal e observacional, com 155 idosos (≥60 anos, sendo 131 mulheres e 24 homens, atendidos em hospital público de Brasília (DF. Estes idosos foram divididos em dois grupos: grupo 1, com os que referiram queda nos últimos 12 meses; e grupo 2, com aqueles que negaram queda no mesmo período. Foram aplicados, além de um questionário para identificar os fatores de risco de quedas, dois testes para avaliar o equilíbrio (TAF e TUG. A idade média dos idosos estudados foi de 70,65 ± 7,52 anos, sendo que 38,7% deles relataram queda nos últimos 12 meses. A incidência de quedas foi significativamente maior no sexo feminino, nos que relataram medo de queda e nos que usavam polifarmácia. Na análise multivariada, a polifarmácia foi o único fator de risco independente associado ao evento quedas. Os testes de equilíbrio TAF e TUG não se correlacionaram significativamente com a ocorrência de quedas. Concluiu-se que a polifarmácia foi o único fator de risco independente associado a quedas, e que os testes de equilíbrio TAF e TUG não identificaram os idosos com maior susceptibilidade a cair.

  10. Fatores de risco cardiovascular e fatores associados em escolares do Município de Belém, Pará, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Augusta Ribas

    2014-03-01

    Full Text Available Este estudo transversal visou a identificar fatores de risco para doença cardiovascular em uma amostra, estratificada por conglomerados, de 557 escolares (6-19 anos de Belém, Pará, Brasil. Os fatores de risco investigados foram obesidade, hipertensão arterial, dislipidemia, diabetes, tabagismo, sedentarismo e dieta aterogênica. Variáveis sociodemográficas e relacionadas ao estilo de vida foram testadas no modelo de regressão binária logística. Os fatores de risco prevalentes foram excesso de peso (20,4%, dislipidemia (48,1% e sedentarismo (66,2%. Constatou-se que os escolares abaixo de dez anos e os provenientes das famílias de maior renda e com maior escolaridade materna apresentaram mais chances de desenvolverem excesso de peso; por sua vez, os escolares com excesso de peso foram os mais propensos a desenvolver hipercolesterolemia e hipertrigliceredemia. Diante desse quadro, faz-se necessária, ainda na primeira infância, a implantação de estratégias para controle de excesso de peso, por meio da alimentação balanceada e da prática física regular, para que se possa reduzir de forma efetiva a prevalência de fatores de risco em escolares nesta cidade.

  11. Fatores de risco, etiologia e aspectos clínicos da mastite em ovelhas de corte no Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscilla F. V. Pereira

    2014-01-01

    Full Text Available A mastite em ovelhas da raça Santa Inês apresenta-se como um problema de grande proporção e gravidade e é dificilmente tratada com sucesso. O objetivo deste estudo foi caracterizar aspectos clínicos, epidemiológicos e etiológicos da mastite clínica em ovelhas de corte criadas no norte do Paraná. O presente estudo foi realizado entre os meses de outubro de 2009 a setembro de 2010 envolvendo 54 rebanhos de ovinos de corte de diferentes raças. Durante as visitas às propriedades, um questionário foi preenchido com a finalidade de caracterizar o problema. Setenta ovelhas com mastite clínica foram examinadas e amostras de secreção láctea foram colhidas para exame microbiológico. A mastite foi considerada um problema relevante em 39 propriedades (72,3%, com frequência média de 6,74%. Casos crônicos e agudos de mastite foram observados em 69% e 31% das ovelhas examinadas, respectivamente. Em ambos os casos, a mastite flegmonosa foi a forma mais encontrada (65,5% dos casos. O agente etiológico mais prevalente foi Staphylococcus coagulase negativo (54,5%, seguido por S. aureus e A. pyogenes (11,5% cada. Mannheimia haemolytica foi isolada em dois casos. Sistema de criação não extensivo e raça Santa Inês foram identificados como fatores de risco para o desenvolvimento de mastite clínica. Secagem das fêmeas após 120 dias de lactação e separação de fêmeas doentes do rebanho foram associadas com menor ocorrência da doença. Recomenda-se a limpeza adequada das instalações e a secagem mais tardia, principalmente em rebanhos Santa Inês.

  12. Reprodutibilidade de informações em estudo de fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suely Godoy Agostinho Gimeno

    1997-10-01

    Full Text Available Examina-se, em uma subamostra de 38 casos e 38 controles de um estudo sobre os fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente, a reprodutibilidade de informações obtidas para as variáveis escolaridade da mãe e do pai, peso e comprimento da criança ao nascer, história de episódios graves de diarréia, tempo de aleitamento ao seio e idade da introdução de leite de vaca na alimentação infantil, selecionadas a partir do questionário padronizado utilizado em visita domiciliar. A repetição das perguntas foi feita por telefone. A concordância entre as respostas da primeira e segunda entrevista foi verificada mediante a utilização da estatística kappa (variáveis categóricas e do coeficiente de correlação intraclasse (variáveis quantitativas, para casos e controles separadamente. Os resultados levam a aceitar as informações como reprodutíveis.

  13. Reprodutibilidade de informações em estudo de fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gimeno Suely Godoy Agostinho

    1997-01-01

    Full Text Available Examina-se, em uma subamostra de 38 casos e 38 controles de um estudo sobre os fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente, a reprodutibilidade de informações obtidas para as variáveis escolaridade da mãe e do pai, peso e comprimento da criança ao nascer, história de episódios graves de diarréia, tempo de aleitamento ao seio e idade da introdução de leite de vaca na alimentação infantil, selecionadas a partir do questionário padronizado utilizado em visita domiciliar. A repetição das perguntas foi feita por telefone. A concordância entre as respostas da primeira e segunda entrevista foi verificada mediante a utilização da estatística kappa (variáveis categóricas e do coeficiente de correlação intraclasse (variáveis quantitativas, para casos e controles separadamente. Os resultados levam a aceitar as informações como reprodutíveis.

  14. Classificação de risco em pediatria: construção e validação de um guia para enfermeiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joelna Eline Gomes Lacerda Freitas Veras

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOObjetivo:construir e validar um guia abreviado do protocolo de Acolhimento com Classificação de Risco em pediatria.Método:estudo metodológico, desenvolvido em duas etapas: elaboração do guia e validação aparente e de conteúdo. A elaboração baseou-se na estratificação do conteúdo do protocolo em cinco indicadores de risco, conforme a complexidade, sendo submetido à validação por nove juízes divididos em dois grupos: docentes-pesquisadores e enfermeiros.Resultados:na validação aparente, os juízes consideraram os 25 itens do guia claros e compreensíveis com concordância acima de 70%. Na validação de conteúdo, 17 (68% itens foram considerados relevantes por 88,9% dos juízes. Os oito itens considerados irrelevantes foram alterados conforme sugestões dos juízes, alcançando-se o Índice de Validade de Conteúdo global de 0,98.Conclusão:o estudo resultou num guia de classificação de risco pediátrico válido para avaliar a criança nos serviços de emergência.

  15. Associação entre medidas antropométricas e fatores de risco cardiovascular em crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miria Suzana Burgos

    2013-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A obesidade tem sido identificada como importante fator de risco no desenvolvimento de doenças cardiovasculares, porém outros fatores exercem influência, combinados ou não à obesidade, e devem ser considerados na estratificação de risco cardiovascular em pediatria. OBJETIVO: Analisar a associação entre medidas antropométricas e fatores de risco cardiovascular, investigar os determinantes para as mudanças da pressão arterial (PA e propor uma equação de predição para circunferência de cintura (CC em crianças e adolescentes. MÉTODOS: Foram avaliadas 1.950 crianças e adolescentes, com idade entre 7-18 anos. Foi investigada a gordura visceral pela CC e a relação cintura-quadril, PA e índice de massa corporal (IMC. Em uma subamostra selecionada aleatoriamente desses voluntários (n = 578, foram medidos o colesterol total, a glicemia e os triglicerídeos. RESULTADOS: A CC se correlacionou positivamente com o IMC (r = 0,85; p < 0,001 e a PA (PAS r = 0,45 e PAD = 0,37; p < 0,001. A glicemia e os triglicerídeos apresentaram correlação fraca com a CC (r = 0,110; p = 0,008 e r = 0,201; p < 0,001, respectivamente. O colesterol total não se correlacionou com nenhuma variável. Idade, IMC e CC foram preditores significativos nos modelos de regressão para PA (p < 0,001. Propõe-se uma equação de predição da CC para crianças e adolescentes: meninos: y = 17,243 + 0,316 (altura em cm; meninas: y = 25,197 + 0,256 (altura em cm. CONCLUSÃO: A CC está associada com fatores de risco cardiovascular e apresenta-se como fator preditor de risco para hipertensão em crianças e adolescentes. A equação de predição para CC proposta em nosso estudo deve ser testada em futuros trabalhos.

  16. Prevalência e fatores de risco para tabagismo em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maura C Malcon

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: O tabagismo é uma das principais causas de enfermidades evitáveis e incapacidades prematuras. Nesse sentido, realizou-se estudo com o objetivo de medir a prevalência e estudar fatores de risco associados ao tabagismo nos adolescentes. MÉTODOS: A partir de um delineamento transversal de base populacional, estudou-se uma amostra representativa de 1.187 adolescentes de 10 a 19 anos, da zona urbana de Pelotas, sul do Brasil. Todos os adolescentes da amostra, de cada domicílio, foram entrevistados por meio de questionário pré-codificado, individual e confidencial. Utilizou-se o teste de Kaplan-Meier para análise da curva de sobrevida. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo na amostra foi de 12,1% (IC95% 10,3%-14%. As prevalências foram similares para os sexos femininos e masculinos. Os fatores de risco para tabagismo na análise multivariada, por regressão logística, foram: maior idade, odds ratio (OR de 28,7 (11,5-71,4, irmãos mais velhos fumantes, OR de 2,4 (1,5-3,8, três ou mais amigos fumantes, OR de 17,5 (8,8-34,8 e baixa escolaridade OR de 3,5 (1,5-8,0. CONCLUSÕES: A prevalência de tabagismo na adolescência mostrou-se alta, na cidade de Pelotas. Campanhas antitabágicas devem ser direcionadas à comunidade e à família tendo o adolescente como alvo. Medidas legais adotadas pelo governo são importantes para impedir o acesso dos adolescentes ao cigarro.

  17. POR QUE FALAMOS EM RISCO, POR QUE AGORA? PROBLEMAS CONCEPTUAIS NA PERCEPÇÃO DO RISCO NA ATIVIDADE TURÍSTICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maximiliano Emanuel Korstanje

    2011-05-01

    Full Text Available Embora a teoria da percepção do risco tenha sido alcunhada pela Psicologia Cognitiva e utilizada durante mais de 40 anos, o termo passou a ser utilizado pelos pesquisadores de turismo e hotelaria somente após o atentado de 11 de Setembro de 2001. O atentado contra as Torres Gêmeas não somente gerou grande impacto psicológico, mas também atraiu a atenção de vários especialistas preocupados com a questão da imagem das destinações turísticas. A referida teoria, no entanto, precisa ser discutida desde que a própria definição de risco tem sido mal interpretada. A teoria da percepção do risco também parece alimentar um discurso etnocêntrico com características preocupantes. Neste sentido, este novo campo de pesquisa tem muito a aportar, porém deve ser primeiramente submetido a um olhar crítico.

  18. ESTILO DE VIDA DE ADOLESCENTES DAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ENSINO FUNDAMENTAL, EM FORTALEZA/CE, EM RELAÇÃO AO RISCO DE HIPERTENSÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Brasileiro de Vasconcelos

    2013-03-01

    Full Text Available Objetivo: analisar o estilo de vida dos adolescentes das escolas públicas de ensino fundamental na cidade de Fortaleza/CE, em relação ao risco de Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS. Métodos: estudo descritivo, exploratório, transversal e quantitativo, realizado com 120 alunos de seis escolas públicas do ensino fundamental na cidade de Fortaleza/CE. A coleta de dados foi realizada de fevereiro a abril de 2007. Para tanto, foi utilizado um questionário estruturado composto de perguntas e respostas objetivas a respeito da prática de atividade física, das horas de sono, do uso de cigarro, dos hábitos alimentares, dos antecedentes familiares com HAS, de quais fatores que causam a HAS, se fazem uso de bebidas alcoólicas e por fim como se deve prevenir a HAS. Resultados: a amostra do estudo foi composta de 120 alunos de ambos os sexos com média de idade de 13,88 anos ± 1,27 ano. Em relação aos fatores de risco, 37,5% (n=45 dos estudantes realizam atividade física mais de duas vezes por semana; em relação ao hábito de fumar 96,67% (n=116 não fumam; sobre a ingestão de alimentos, 50,8% (n=61 ingerem biscoitos com suco; 94,2% (n=113 não fazem uso de bebidas alcoólicas e foi detectado que 65% (n=78 estão abaixo do peso ideal. Outro fator identificado foi que 32,50% (n=39 da amostra apresentam antecedentes familiares de primeiro e/ou segundo graus com afecções cardiovasculares, prevalecendo a HAS em 30%. Conclusão: verificou-se que os alunos realizam pouca atividade física, alimentam-se de forma inadequada com alimentos ricos em gorduras e carboidratos e apresentam antecedentes familiares com afecções cardiovasculares.

  19. Ocorrência e fatores de risco da criptosporidiose em felinos de companhia de idosos

    OpenAIRE

    Pereira,Cassia Regina Alves; Ferreira,Aldo Pacheco

    2012-01-01

    Pesquisou-se a prevalência de criptosporidiose em gatos domésticos de companhia em idosos de ambos os sexos (acima de 60 anos de idade) proprietários dos mesmos, residentes no município de Teresópolis-RJ, e que compareceram a um posto de vacinação do município no período da vacinação contra gripe de 2009 e 2010. A prevalência de diarreia nos idosos foi 29,4% e nos felinos 24,5%. Identificou-se presença de um ou mais oocistos em 16,7% dos idosos e em 12,7% nos felinos. A análise da razão de pr...

  20. Fatores de risco para diárreia persistente em lactentes Risk factors to persistent diarrhea in infants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria das Graças Moura Lins

    2003-12-01

    Full Text Available RACIONAL: A diarréia persistente é uma doença multicausal. A análise do risco para o prolongamento do quadro diarréico envolve variáveis ambientais, biológicas e do manejo clínico. OBJETIVO: Identificar fatores de risco para a diarréia persistente em crianças hospitalizadas na fase aguda do quadro diarréico. PACIENTES E MÉTODOS: O estudo foi do tipo caso-controle. A amostra consistiu de 216 crianças menores de 24 meses hospitalizadas por diarréia de início abrupto, no Instituto Materno-Infantil de Pernambuco, Recife, PE. O grupo de casos incluiu as crianças com diarréia persistente e o de controles aquelas com diarréia aguda. Foram analisadas variáveis socioeconômicas, biológicas, de morbidade anterior, clínicas e do manejo terapêutico prévio à admissão. Utilizou-se o odds ratio não ajustado e ajustado, com seus respectivos intervalos de confiança de 95%, observando-se o nível de significância de 5%. A análise multivariada foi feita através de regressão logística. RESULTADOS: O risco de persistência da diarréia foi maior nas crianças com: disenteria, febre no início do quadro, dieta suspensa e uso de antibiótico à admissão hospitalar. O risco de diarréia persistente foi cerca de três vezes maior para crianças sem geladeira no domicílio e que apresentavam hiperemia perianal ao exame físico na admissão hospitalar, sendo estas as variáveis que apresentaram significância estatística após o ajuste para fatores de confusão. CONCLUSÕES: A melhoria das condições ambientais e o manejo adequado e individualizado da criança hospitalizada por diarréia pode contribuir para a redução da morbidade da doença.BACKGROUND: Persistent diarrhea is a multicausal disease. The analysis of risk factors for persistent diarrhea includes environmental and biological variables as well as therapeutical management. AIM: To identify risk factors for persistent diarrhea among children hospitalized with acute diarrhea

  1. Ocorrência de anticorpos e fatores de risco associados à infecção por Leptospira spp. em Cebus spp. mantidos em cativeiro no Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora R.A. Ferreira

    2011-11-01

    Full Text Available Estudou-se a ocorrência de anticorpos anti-Leptospira e os fatores de risco associados à infecção em primatas do gênero Cebus mantidos em cativeiro no Nordeste do Brasil. Foram analisadas 139 amostras de soro sanguíneo de diferentes espécies de primatas de ambos os sexos e idades variadas. Para a pesquisa de anticorpos empregou-se a técnica de Soroaglutinação Microscópica (SAM e para estudo dos fatores de risco utilizou-se análise multivariada. Foram observados anticorpos anti-Leptospira, sorovar Patoc em 6,5% dos primatas (09/139. O fator de risco identificado nesse estudo foi a não higienização diária de bebedouros (Odds ratio=12,095; IC 95% = 1,73-84,52; p=0,012,. Conclui-se que a população de Cebus mantidos em cativeiros no Nordeste do Brasil está exposta à infecção por anticorpos anti-Leptospira e que medidas corretivas de manejo dos animais, especificamente aquelas relacionadas à higienização diária de bebedouros devem ser implementadas para reduzir o risco de infecção por sorovares de Leptospira spp.

  2. Risco privado em infra-estrutura pública: uma análise quantitativa de risco como ferramenta de modelagem de contratos Private risk in public infrastructure: a quantitative risk analysis as a contract modeling tool

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz E. T. Brandão

    2007-12-01

    Full Text Available Parcerias público-privadas (PPP são arranjos contratuais onde o governo assume compromissos futuros por meio de garantias e opções. São alternativas para aumentar a eficiência do Estado por uma alocação mais eficiente de incentivos e riscos. No entanto, a determinação do nível ótimo de garantias e a própria alocação de riscos são geralmente realizadas de forma subjetiva, podendo levar o governo a ter que assumir passivos significativos. Este artigo propõe um modelo de valoração quantitativa de garantias governamentais em projetos de PPP por meio da metodologia das opções reais, e este modelo é aplicado a um projeto de concessão rodoviária. Os autores analisam o impacto de diversos níveis de garantia de receita sobre o valor e risco do projeto, bem como o valor esperado do desembolso futuro do governo em cada uma das situações, concluindo que é possível ao poder público determinar o nível ótimo de garantia em função do grau de redução de risco desejado, e que o desenho e a modelagem contratual de projetos de PPP podem se beneficiar de ferramentas quantitativas aqui apresentadas.Public private partnerships (PPP are contractual arrangements in which the government assumes future obligations by providing project guarantees. They are considered a way of increasing government efficiency through a more efficient allocation of risks and incentives. On the other hand, the assessment and determination the optimal level of these guarantees is usually subjective, exposing the government to potentially high future liabilities. This article proposes a quantitative model for the evaluation of government guarantees in PPP projects under the real options approach, and applies this model to a toll highway concession with a minimum revenue guarantee. It studies the impact of different guarantee levels on the value and the risk of the project, as well as the expected level of future cash payments to be made by the government in

  3. Vulnerabilidad al VIH en mujeres en riesgo social Vulnerabilidade ao HIV em mulheres em risco social HIV vulnerability in women at social risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfonso Urzúa Morales

    2008-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Evaluar la vulnerabilidad por factores de riesgo al VIH/SIDA en mujeres en riesgo social. MÉTODOS: Estudio llevado a cabo con 178 mujeres dueñas de casa (n=101 y trabajadoras del sector salud (n=77 de Antofagasta, Chile, en 2006-2007. Las dueñas de casa fueron consideradas en riesgo social. La vulnerabilidad al VIH fue calculada por medio de una escala que agrupó 21 reactivos en tres dimensiones: roles de género, comunicación con la pareja y actitud ante al uso del preservativo. Para determinar el peso relativo de cada una de las dimensiones en la vulnerabilidad total se realizó un análisis de regresión múltiple utilizando el puntaje total de la escala como variable dependiente y cada una de las tres dimensiones como variable independiente. RESULTADOS: En el grupo general, la dimensión con peso relativo mayor fue la dimensión actitud frente al uso del preservativo (0.542, seguida de relación de pareja (0.453 y roles de género (0.379. Para mujeres dueñas de casa, se observó una variación: relación de pareja (0.597, actitud frente al uso del preservativo (0.508 y roles de género (0.403. Para trabajadoras de la salud, el peso de las dimensiones fue: actitud frente al uso del preservativo (0.638, relación de pareja (0.397, y roles de género (0.307. CONCLUSIONES: Los resultados permiten inferir diferencias en los factores que condicionan la vulnerabilidad al VIH en los grupos de mujeres, siendo para aquellas que están en riesgo social el rol de género el factor con mayor capacidad predictiva de riesgo.OBJETIVO: Avaliar a vulnerabilidade por fatores de risco ao HIV/Aids em mulheres em risco social. MÉTODOS: Estudo realizado com 178 mulheres donas de casa (n=101 e trabalhadoras do setor de saúde (n=77 de Antofagasta, no Chile, em 2006-2007. As donas de casa foram consideradas em risco social. A vulnerabilidade ao HIV foi calculada por meio de uma escala que reuniu 21 itens em três dimensões: papéis de g

  4. Cuidado em saúde mental, risco e território: transversalidades no contexto da sociedade de segurança

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valquiria Farias Bezerra Barbosa

    Full Text Available O objetivo deste estudo é discutir as transversalidades discursivas entre as noções de cuidado em saúde mental, risco e território nos relatórios das Conferências Nacionais de Saúde Mental (CNSM, situando-os no contexto da sociedade de segurança. Trata-se de estudo descritivo, exploratório, de análise qualitativa, documental e retrospectiva, na perspectiva da arqueologia do saber, de Michel Foucault. Desde a II até a IV CNSM, observa-se que o glossário relativo ao risco como probabilidade, ao cuidado e ao território apresentou-se com relevância progressiva, evidenciando a centralidade desses conceitos para a consolidação do novo modelo de atenção à saúde mental no Brasil. À medida que o modelo asilar entrou em declínio, no processo de constituição de uma rede de cuidados em saúde mental territorializada e comunitária, emergiram as discursividades sobre os riscos, que constituem elementos centrais do dispositivo de segurança.

  5. Mercuralismo metálico crônico ocupacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcília de Araújo Medrado Faria

    2003-02-01

    Full Text Available Revisão que analisa os conhecimento atuais das manifestações do mercuralismo crônico ocupacional. Avaliaram-se os principais estudos e revisões científicas concernentes às formas clínicas e fisiopatogenia desta intoxicação. Foram pesquisadas, entre outras fontes, as bases de dados Medline e Lilacs. O eretismo ou a síndrome neuropsíquica caracterizada por sintomas de irritabilidade, ansiedade, mudanças de comportamento, apatia, perda da auto-estima e de memória, depressão, insônia, delírio, cefaléia, dores musculares e tremores é observada após a exposição ao mercúrio metálico. Manifestações de hipertensão arterial, renais, imunológicas e alérgicas são freqüentes. A falta de medidas preventivas aumenta o risco da doença em indústrias, no garimpo e consultórios odontológicos. A legislação brasileira assinala 16 manifestações clínicas determinadas pela intoxicação, todavia ocorre subdiagnóstico. O diagnóstico clínico é importante e as novas tecnologias médicas podem detectar alterações do sistema nervoso central, renal e imunológico, proporcionando avanços no conhecimento neuro-imuno-toxicológico e nas medidas de prevenção do mercuralismo.

  6. Relação entre percepção e comportamento de risco e níveis de habilidades cognitivas em um grupo de adolescentes em situação de vulnerabilidade social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaina Aparecida Paulino

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar as correlações entre inteligência verbal e não verbal, percepção e intenção de apresentar comportamentos de risco. Quarenta e oito adolescentes, sendo 22 homens e 26 mulheres, com média de idade de 16 anos, responderam três instrumentos: Escala de Percepção e Intenção de Apresentar Comportamento Arriscado, bateria de provas de raciocínio e Teste de Matrizes Progressivas de Raven. Os resultados indicaram classificação média quanto à inteligência. Houve diferença significativa entre os gêneros para o raciocínio mecânico, com homens apresentando desempenho melhor que mulheres. Observaram-se correlações positivas entre percepção de risco legal ético e percepção de risco à saúde, raciocínio verbal e percepção de risco legal-ético e com percepção de risco à saúde, raciocínio mecânico e intenção de apresentar comportamento de risco legal-ético e com intenção de apresentar comportamento de risco financeiro. Constataram-se relações entre inteligência e percepção de risco, sendo que as habilidades intelectuais superiores parecem ajudar o indivíduo a perceber melhor as situações de risco, mas não garantem evitação de comportamentos que gerem punições e sanções derivadas do contato com o risco. Estudos como este ajudam a avaliar elementos ligados ao risco que devem ser abordados em programas sociais de cunho preventivo que visem adolescentes, como o projeto no qual esta amostra está inserida.

  7. Gestão de Riscos em Projetos: Uma Análise Comparativa da Norma ISO 31000 e o Guia PMBOK®, 2012.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bilmar Angelis de Almeida Ferreira

    2014-02-01

    Full Text Available Este artigo apresenta o estudo detalhado e a opinião de autores especializados para avaliar e comparar duas metodologias disponíveis para gestão de riscos: a norma ISO 31000 e o guia PMBOK/PMI®, 2012. A metodologia da pesquisa é descritiva e qualitativa, que permite interpretar as informações coletadas de forma subjetiva. A estratégia da pesquisa deste artigo tem como objetivo analisar os dois modelos através de pesquisa bibliográfica sobre o tema. Neste contexto, o artigo se propõe ao estudo dos conceitos de projeto, gestão de projetos, riscos e gestão de riscos, através da analise comparativa entre os dois modelos de gestão, para identificar as similaridades e/ou diferenças na estrutura, processos e metodologias, resultando na confirmação de que a norma ISO 31000 e o guia PMBOK/PMI®, 2012, podem ser adaptados para o emprego na gestão de riscos em projetos.DOI:10.5585/gep.v4i3.173

  8. Terapia ocupacional e psicanálise: desdobramentos

    OpenAIRE

    Maria Florencia Guglielmo

    2014-01-01

    Esta dissertação aborda as consequências do intercâmbio teórico e prático entre a terapia ocupacional em saúde mental e a psicanálise. Para tanto, descreve historicamente a criação da profissão de terapeuta ocupacional, seu fundamento filosófico, o funcionalismo e a perda, posteriormente, de seu embasamento teórico. A contextualização histórica abarca também o uso terapêutico da ocupação no Brasil e a fundação dos primeiros cursos de terapia ocupacional no país. No capítulo reservado à psican...

  9. EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL À RADIAÇÕES IONIZANTES SOB A ÓTICA DE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM EM HEMODINÂMICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Martins Gallo

    2013-01-01

    Full Text Available El objetivo fue identificar las medidas de seguridad adoptadas y control de exposición a las radiaciones ionizantes en unidades de servicio de hemodinámica en la perspectiva de los profesionales de enfermería. Para el estudio descriptivo cuantitativo, de enero a febrero de 2011, se aplicó a cuatro hospitales en la región norte del Estado de Paraná una lista de control de las respuestas binarias (sí/no, construidos a partir de la legislación y la literatura. Se observó de los 29 empleados tenían conocimiento sobre la exposición ocupacional y aplicaban los métodos de barrera eficaz para reducir al mínimo las dosis de radiación ionizante. Estos participaron de actualizaciones en curso sobre el tema, y afirman que este hecho tiene efecto positivo para la exposición ocupacional ocurrir de modo consciente y, sin embargo, sin rechazo por parte de los trabajadores en relación a su protección individual.

  10. Acidose metabólica em pacientes cirúrgicos de alto risco: importância prognóstica

    OpenAIRE

    João Manoel da Silva Junior

    2015-01-01

    Justificativa e Objetivos: Acidose é uma desordem muito frequente em pacientes cirúrgicos. Neste cenário, permanecem incertas as implicações clínicas da acidose e características de cada tipo. Portanto, é relevante tentar elucidar o papel de cada tipo de acidose no prognóstico de pacientes cirúrgicos de alto risco. Método: Trata-se de estudo multicêntrico observacional prospectivo, realizado em três diferentes hospitais. Os pacientes que necessitassem no pós-operatório de cuidados intensivos ...

  11. Prevalência dos fatores de risco para doença cardiovascular em funcionários do Centro de Pesquisas da Petrobras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matos Maria de Fátima Duarte

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência de fatores de risco para doença cardiovascular em funcionários do Centro de Pesquisas da Petrobras. MÉTODOS: Em estudo descritivo transversal, foram avaliados clínica e laboratorialmente, de março de 2000 e fevereiro de 2001, empregados do Centro de Pesquisas da Petrobras, tendo sido excluídos os que não compareceram à realização do exame médico periódico anual de 2000. Calculados o percentual da ocorrência dos fatores de risco e a média e o desvio padrão das variáveis bioquímicas, da pressão arterial e do índice de massa corpórea. RESULTADOS: De um total de 1.191 empregados, foram estudados 970, sendo 75,4% homens e 24,6% mulheres, com idade média de 42,2 anos. A prevalência de fatores de risco foi o sedentarismo (67,3%, o colesterol > 200 mg/dl (56,6%, o sobrepeso (42%, a obesidade (17%, a hipertensão arterial (18,2%, o tabagismo (12,4% e o diabetes mellitus (2,5%. CONCLUSÃO: A elevada prevalência de fatores de risco para doença cardiovascular, em indivíduos jovens, alerta para a necessidade de adoção de programas de promoção de saúde e prevenção de doenças no ambiente de trabalho.

  12. Percepção de exposição a cargas de trabalho e riscos de acidentes em Pelotas, RS (Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela C. Lima

    1999-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a associação entre a percepção de exposição às cargas de trabalho e o risco de acidentes. MÉTODOS: O delineamento do estudo foi o tipo de casos e controles. Os casos (n=264 incluíram os acidentes de trabalho típicos notificados no Instituto Nacional de Seguridade Social, de Pelotas, RS (Brasil, de janeiro a julho de 1996. Foram excluídos os óbitos (dois, os acidentes ocorridos na zona rural, e os que afastaram o trabalhador de suas atividades por menos de sete dias. Para cada caso foram selecionados três tipos de controles: um trabalhador da mesma empresa, um vizinho e um controle populacional. Os controles foram emparelhados com os casos por idade e sexo e precisavam ter vínculo empregatício formal e não ter sofrido acidente no último mês. Os dados foram analisados usando regressão logística condicional. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Os trabalhadores que relatavam enfrentar situações de emergência, o trabalho em altura, perigo constante, ou ambientes ruidosos tinham cerca de duas vezes mais risco de acidentar-se. O trabalho em posições incômodas ou com esforço físico intenso aumentaram em 50% o risco de acidentes. As demais cargas de trabalho estudadas não se constituíram como fatores de risco para os acidentes. Os resultados foram ajustados para fatores de confusão.

  13. Identificação de investimentos em eficiência energética e sua avaliação de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Salazar Aragón

    2013-01-01

    Full Text Available Para se obter economia de energia por meio da melhoria da eficiência energética, é necessário fazer um diagnóstico que mostre o real desempenho energético e, assim, determinar os investimentos requeridos. Não obstante, a viabilidade econômica destes investimentos deve ser avaliada. Diversos autores afirmam que esta área é carente, especialmente na avaliação do risco. O payback é o critério mais utilizado, mas não é o mais conveniente. O objetivo deste trabalho é aplicar uma metodologia que envolve duas análises: a análise de engenharia e a análise de risco. A análise de engenharia é feita por meio do uso de ferramentas de diagnóstico que permitem identificar os investimentos em eficiência energética. A análise de risco permite avaliar sua viabilidade, considerando a incerteza associada às variáveis que determinam a economia de energia e seu efeito sobre estas, adaptando a metodologia EBaR® por meio da modelagem e simulação. A metodologia proposta foi aplicada em uma empresa do setor industrial brasileiro e permitiu identificar que a empresa pode diminuir o consumo não associado à produção em até 60%, e que o investimento proposto para melhorar a eficiência energética é viável, pois apresenta uma boa relação retorno-risco.

  14. CHECK!NG: A última fronteira para a Redução de Riscos em contextos festivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Martins

    2015-06-01

    Full Text Available No contexto atual de proliferação de novas substâncias psicoativas (NSP e de adulteração de substâncias psicoativas que circulam no mercado negro o Drug Checking é aqui encarado como uma estratégia major de redução de riscos e minimização de danos (RRMD. É um serviço que se tem vindo a afirmar como uma necessidade em termos de saúde pública, através da monitorização informal de mercados informais de substâncias psicoativas e emitindo alertas sempre que se identificam substâncias potencialmente tóxicas. É também uma boa prática na mediação da comunicação entre o técnico de RRMD e o utilizador de substâncias psicoativas, fornecendo informação objetiva sobre a substância que o utilizador disponibilizou para análise e produzindo e disseminando informação sobre os padrões de adulteração locais. Através da apresentação de práticas e resultados referentes à intervenção do projeto CHECK!NG, pretende-se neste artigo levantar pistas para uma reflexão sobre a pertinência e as particularidades de um serviço de Drug Checking em contexto festivos.

  15. Avaliação do perfil de risco de cárie dentária em gestantes de Araraquara, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Carolina De Aguiar

    2011-12-01

    Full Text Available O conhecimento do risco de cárie na gravidez é essencial para um correto plano de tratamento com ações educativas e preventivas às mães para que possam cuidar adequadamente de sua saúde bucal e de seus filhos. Este estudo retrospectivo teve como objetivo identificar o risco de cárie de gestantes (15-44 anos; média= 25 anos que frequentaram a clínica de odontologia preventiva da Faculdade de Odontologia de Araraquara, Universidade Estadual Paulista de 1999 a 2007. Um total de 166 prontuários, preenchidos por alunos do 3º ano do Curso de Graduação, seguindo orientações pré-estabelecidas, foram utilizados. Coletou-se informação sobre: classificação do diagnóstico de risco de cárie, trimestre gestacional, consumo de carboidratos (entre ou durante as refeições, placa corada (registro de controle de placa de O'Leary, número e grupo de dentes com experiência de cárie. Para análise estatística foram utilizados o teste de qui-quadrado e ANOVA. A maioria das gestantes (92,1 % apresentou 25 % ou mais das superfícies dentárias com placa dental. A média (desvio-padrão de dentes obturados e cariados foi 7,9 (5,1 e 4,0 (3,4, respectiva emente. Os dentes posteriores foram os mais acometidos por cárie/restaurações. Quanto ao diagnóstico de risco à cárie, a classificação alta foi observada em 38,5 % das gestantes, moderada em 47,6 % e baixa em 13,9 %. Houve associação estatisticamente significativa (p= 0,001 entre o consumo de carboidratos e o diagnóstico de risco de cárie. O índice de placa foi semelhante nos diferentes trimestres gestacionais (f= 0,223; p= 0,803. Portanto pode-se concluir que o risco de cárie da grande maioria das gestantes foi alto ou moderado e esteve estatisticamente associado ao consumo de carboidratos.

  16. Coronariopatia assintomática em chagásicos com insuficiência cardíaca: prevalência e fatores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Carvalho

    2011-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A concomitância de doença arterial coronária assintomática em pacientes com cardiomiopatia chagásica em IC é controversa na literatura médica, pois ambas as doenças se mostram prevalentes em algumas regiões do Brasil. Objetivo: Determinar a prevalência da coronariopatia (lesões > 50% em uma população específica de pacientes com cardiomiopatia chagásica em IC classes funcionais III e IV, que não apresentavam eventos coronarianos prévios. OBJETIVO: Determinar a prevalência da coronariopatia (lesões > 50% em uma população específica de pacientes com cardiomiopatia chagásica em IC classes funcionais III e IV, que não apresentavam eventos coronarianos prévios. MÉTODOS: Realizou-se cineangiocoronariografia em 61 pacientes consecutivos, portadores de cardiomiopatia chagásica, em IC classes funcionais III e IV, para se excluir coronariopatia. Esses pacientes faziam parte do protocolo do Estudo de Terapia Celular em Cardiopatias, o qual exigia a realização de cineangiocoronariografia antes de se injetarem células-tronco. Os fatores de risco para aterosclerose também analisados nessa população foram: idade, hipertensão arterial, diabetes, dislipidemia, tabagismo e sobrepeso. RESULTADOS: Idade média 51,6 + 9,6 anos, 65,5% (n = 40 homens. A prevalência de coronariopatia encontrada nessa população foi de 1,6% (1. As prevalências dos fatores de risco foram: hipertensão arterial 18% (11, tabagismo 59% (36, diabetes 1,6% (1 e dislipidemia 6,5% (4. CONCLUSÃO: A prevalência da coronariopatia assintomática em pacientes com IC grave de etiologia chagásica é baixa e, entre os fatores de risco para doença coronária, o tabagismo foi o mais prevalente.

  17. Incidência e fatores de risco de lesões em jogadores de futsal portugueses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Manuel Serrano

    2013-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A reduzida expressão de estudos publicados sobre a incidência de lesões no Futsal em Portugal justificou a realização deste trabalho. OBJETIVO: Identificar as potenciais causas de lesões nesta modalidade, referência para o desenvolvimento de protocolos específicos de prevenção de lesões. MÉTODOS: A amostra foi constituída por 411 jogadores federados de Futsal em Portugal, masculinos e femininos, de diferentes níveis competitivos. Foram utilizados os dados coletados num questionário com informação retrospectiva. O tratamento estatístico consistiu na análise inferencial entre grupos através do teste de Kruskal-Wallis e do teste para dados não paramétricos de Mann-Whitney (nível de significância de 5%. RESULTADOS: Os resultados confirmaram a entorse da articulação tíbio-társica como a lesão de maior incidência (48,8% do total no Futsal. As lesões com período de impedimento entre oito e 28 dias tiveram a maior expressão (52,7% do total. Este estudo não revelou diferenças significativas em relação ao gênero ou posição em que os jogadores ocupam na quadra sobre a incidência, o tipo ou a região anatômica das lesões. No entanto, verificou-se significativamente maior incidência de entorses e contraturas em situação de treino e maior incidência de roturas musculares e fraturas em jogo, sendo que essas últimas provocaram um período de impedimento maior para os atletas. Também se verificou significativamente maior incidência de lesões articulares ou ósseas, entorses e fraturas, em resultado do contato com adversários e maior incidência de lesões musculares ou ligamentares sem contato com adversários. Os resultados não evidenciaram diferenças significativas na lateralidade das lesões. CONCLUSÃO: Os resultados realçam a importância de programas específicos de prevenção da entorse da tíbio-társica, especialmente nas crianças e jovens, independentemente da posição que ocupam

  18. Racionalidade e métodos: registro da prática clínica em pacientes de alto risco cardiovascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alberto Piva e Mattos

    2011-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Até o momento, nenhum registro brasileiro foi desenhado para documentar a prática clínica em relação ao atendimento de pacientes de alto risco cardiovascular em uma representativa e ampla amostra de centros investigadores, incluindo hospitais públicos e privados em âmbito nacional. Sendo assim, este estudo permitirá identificar os hiatos na incorporação de intervenções com benefício comprovado em nosso meio. OBJETIVO: Elaborar um registro dedicado à aferição da prática clínica brasileira no que se refere ao atendimento do paciente cardiovascular classificado como de alto risco. MÉTODOS: Estudo observacional do tipo registro, prospectivo, visando documentar a prática clínica atual aplicada a nível ambulatorial para pacientes de alto risco cardiovascular, classificados quando da presença de uma das variáveis: evidência de doença arterial coronariana, doença cerebrovascular, vascular periférica, em diabéticos ou não diabéticos; ou na presença de pelo menos três dos seguintes fatores de risco cardiovascular: hipertensão arterial sistêmica, tabagismo ativo, dislipidemia, idade superior a 70 anos, nefropatia crônica, história familiar de doença arterial coronariana e ou doença carotídea assintomática. Os pacientes serão coletados em 43 centros de todas as regiões brasileiras, incluindo hospitais públicos e privados, assim como em unidades básicas de atendimento a saúde, e revisados clinicamente até um ano após a inclusão. RESULTADOS: Os resultados serão apresentados um ano após o início da coleta (setembro de 2011, e consolidados, após a reunião da população e dos objetivos almejados posteriormente. CONCLUSÃO: A análise deste registro multicêntrico permitirá projetar uma perspectiva horizontal do tratamento dos pacientes acometidos da doença cardiovascular no Brasil.

  19. Atitudes de risco do consumidor em restaurantes de auto-serviço Risk attitudes in self-service restaurants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Puppin Zandonadi

    2007-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar as possibilidades de contaminação dos alimentos no balcão de distribuição, causada por usuários de Unidades Produtoras de Refeições. MÉTODOS: A coleta de informações foi realizada em 10 Unidades Produtoras de Refeições do Distrito Federal, via observação direta de 12 atitudes de risco cometidas pelos consumidores (n=3.447, no período de outubro de 2003 a setembro de 2004. O horário selecionado para observação das atitudes foi o de maior movimento de cada unidade; a amostra foi sistematizada a cada 5 consumidores. O instrumento para coletar os dados relacionava as possíveis atitudes de risco de contaminação, no momento em que cada consumidor montava sua refeição. RESULTADOS: Os resultados obtidos demonstram que há probabilidade de contaminação alimentar causada por consumidores dos restaurantes de auto-serviço. Em 96% dos casos observados, os usuários não costumavam higienizar as mãos antes de se servirem. Observou-se também que não houve preocupação com o uso exclusivo de utensílios de servir por parte de 50% desses consumidores, enquanto 56% conversavam ou falavam sobre as preparações. CONCLUSÃO: Conclui-se que é necessário conscientizar os consumidores, principalmente os usuários de auto-serviço, a fim de evitar a contaminação de alimentos e as possíveis ocorrências de toxinfecções alimentares.OBJECTIVE: The objective of this study is to evaluate the possible forms of food contamination by the costumer during the distribution period. METHODS: Data collection was performed in 10 food service units in Distrito Federal via direct observation of 12 risk attitudes (n=3,447 between October 2003 and September 2004. The risk attitudes were observed during the peak hour of each restaurant; the sample was systematized for each 5 consumers. The data collection instrument related the possible risk attitudes of the consumers while serving themselves. RESULTS: The

  20. Fatores de risco para mastite subclínica em vacas leiteiras Risk factors for subclinical mastitis in dairy cows

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.M. Coentrão

    2008-04-01

    Full Text Available Os fatores de risco para mastite subclínica (CCS > 200.000 células/ml foram estudados em 2.657 vacas, de 24 rebanhos de Minas Gerais. Cada rebanho foi visitado três vezes entre novembro de 2005 e junho de 2006. Amostras de leite (n=3.987 de vacas em lactação foram examinadas para contagem de células somáticas (CCS, e um questionário foi aplicado para obtenção de dados dos animais e do manejo do rebanho. Os valores para a média, mediana e desvio-padrão da CCS foram 608.000, 219.000 e 967.000 células/ml, respectivamente. Os fatores de risco para mastite subclínica foram: animais com a base do úbere junto ou abaixo do jarrete, rachaduras ou fissuras nas partes de borracha do equipamento de ordenha, inadequação das teteiras, deficiência de limpeza dos pulsadores, falta de treinamento dos ordenhadores, não-utilização de diagnóstico microbiológico para mastite, imersão do conjunto de teteiras em solução desinfetante entre a ordenha de animais distintos, e inserção total da cânula de antibiótico nos tetos na secagem da vaca. A alta variação da CCS (608.000± 967.000 células/ml sugere que outros fatores, como o número de quartos mamários infectados e os patógenos envolvidos, podem ter influenciado os resultados. A metodologia utilizada não permitiu identificar todos os fatores que poderiam aumentar a CCS. Contudo, os resultados são úteis para aprimorar os programas de controle da mastite.This study was carried out to identify risk factors for subclinical mastitis (SCC > 200,000 cells/ml. A total of 2,657 lactating cows from 24 herds in the State of Minas Gerais, Brazil, were included in the study. Each farm was visited three times in an 8-month period from November 2005 to June 2006. At each visit, all milking cows were examined for clinical mastitis by a single observer. A total of 3,987 milk samples were examined for somatic cell counts (SCC. The mean, median, and standard deviation values for SCC were

  1. Prevalência e fatores de risco da infecção humana por Toxocara canis em Salvador, Estado da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Fernandes Souza

    2011-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Larva migrans visceral é causada por Toxocara sp e nunca foi estudada na Bahia. Neste trabalho, investigou-se a prevalência e fatores de risco de infecção por Toxocara canis, em indivíduos de Salvador. MÉTODOS: Trezentos e trinta e oito indivíduos foram investigados para presença de anticorpos IgG séricos anti-T. canis. RESULTADOS: IgG anti-T. canis foi mais alta em indivíduos de classe social baixa com maior contato com cães e gatos, indicando que estas variáveis são fatores de risco para esta infecção. CONCLUSÕES: A prevalência de infecção por T. canis foi alta. Os fatores de risco desta infecção encontrados estão de acordo com a literatura.

  2. Risk factors for atopic eczema in school children Fatores de risco para eczema atópico em escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo F. Wandalsen

    2005-03-01

    Full Text Available OBJECTIVES: to study risk factors related to atopic eczema (AE in school children of São Paulo. METHODS: 1972 parents or guardians of 6-7 years old children in the Southern Central area of São Paulo answered to a written questionnaire (standardized questionnaire of the International Study of Asthma and Allergies in Childhood plus a complementary questionnaire regarding family history of asthma and allergies, and exposure to environmental allergens. AE was defined by the presence of an itchy rash in the last year. Risk factors were analyzed through logical regression. RESULTS: the following factors were significantly associated with AE: history of maternal (OR: 4.1; 95%CI: 2.4 to 7.1 and paternal eczema (OR: 2.6; 95%CI: 1.4 to 5.0, dust in the child's bedroom (OR: 1.6; 95%CI: 1.1 to 2.4, lower maternal education (OR: 1.7; 95%CI: 1.1 to 2.7, rhinitis fever (OR: 1.7; 95%CI: 1.1 to 2.9 and wheezing in the last year (OR: 1.9; 95%CI: 1.2 to 2.8. CONCLUSIONS: our data suggest that AE has a specific pattern of inheritance. The presence of dust in the child's bedroom was the single environmental risk factor found. Diagnose of other allergic diseases, as well as the presence of recent symptoms were strongly associated with AE in children.OBJETIVOS: identificar fatores de risco relacionados ao eczema atópico (EA em escolares do município de São Paulo. MÉTODOS: 1972 pais de escolares de 6-7 anos da região centro-sul de São Paulo responderam a questionários escritos (questionário padrão do International Study of Asthma and Allergies in Childhood e questionário complementar sobre história familiar de doenças alérgicas e exposição ambiental a potenciais fontes de alérgenos e irritantes. A presença de manchas na pele com coceira nos últimos 12 meses, definiu os escolares com EA. Os fatores de risco foram analisados por regressão logística. RESULTADOS: as variáveis significantemente associadas ao EA foram: história materna (OR: 4,1; IC95

  3. Asma ocupacional Occupational asthma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P. Cebollero

    2005-01-01

    Full Text Available Asma ocupacional es aquella entidad que se desarrolla por causas o condiciones derivadas de un determinado medio laboral y no por estímulos que se encuentran fuera del trabajo. El asma ocupacional constituye hoy en día la enfermedad respiratoria ocupacional más frecuente en la mayoría de los países industrializados y se calcula que la proporción de nuevos casos de asma atribuibles a la exposición laboral se sitúa en torno al 10-15%. Puede desarrollarse tanto por un mecanismo inmunológico como no inmunológico. En su desarrollo influyen el tipo de agente al que se está expuesto, el nivel y modo de exposición y factores genéticos de susceptibilidad. En el proceso diagnóstico concurre la confirmación de que el paciente tiene asma bronquial y la confirmación de que ésta se produce por causa laboral. Como demuestra la historia natural de la enfermedad, un diagnóstico precoz y las consiguientes acciones posteriores redundan en un mejor pronóstico de la misma.Occupational asthma is an entity caused by conditions deriving from a certain work milieu and not from stimuli found outside the workplace. Nowadays, occupational asthma is the most frequent respiratory occupational disease in the majority of the industrialised countries and it is estimated that the proportion of new cases of asthma that can be attributed to exposure at work is around 10-15%. It can be developed due to an immunological mechanism or to a non-immunological mechanism. Influential in its development are the type of agent exposed to, the level and form of exposure and genetic factors of susceptibility. In the diagnostic process there is a concurrent confirmation that the patient has bronchial asthma and that this has been caused by occupational reasons. As shown by the natural history of the disease, an early diagnosis and the consequent posterior actions result in an improved prognosis.

  4. Homofobia e sexualidade em adolescentes: trajetórias sexuais, riscos e vulnerabilidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Silva Teixeira

    Full Text Available Esta pesquisa é um estudo transversal realizado junto a 2282 estudantes de ambos os sexos que cursavam as três séries do ensino médio em três cidades do interior do oeste paulista. O instrumento de coleta de dados empregado foi um questionário autoaplicável com 131 questões. Neste artigo, abordamos as trajetórias sexuais de adolescentes de ambos os sexos que mantêm práticas sexuais homoeróticas ou não. Discutimos as relações desses adolescentes com seus familiares e grupos de pares e a questão de sair do armário como ferramenta política. Tendo como base as concepções de Sedgwick, analisamos os momentos em que sair do armário pode ser uma entre tantas maneiras de manifestação das diferentes sexualidades em relação à heteronormatividade. Apoiando-nos nas colocações de teóricos pós-estruturalistas, abordamos também as construções teóricas e as produções discursivas sobre a adolescência, apontando novas manifestações da juventude na contemporaneidade. Por fim, percebemos a existência de amplos fatores que afetam as decisões de jovens não heterossexuais quanto a sair (ou não do armário para além da homofobia: eventos pessoais, histórias de vida e mesmo a revelação de sua sexualidade aos pais e/ou a outras pessoas.

  5. RISK FACTORS ASSOCIATED TO Neospora caninum INFECTION IN DAIRY COWS IN PERNAMBUCO FATORES DE RISCOS ASSOCIADOS À INFECÇÃO POR Neospora caninum EM MATRIZES BOVINAS LEITEIRAS EM PERNAMBUCO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana Suely de Assis Rabelo

    2008-07-01

    Full Text Available The aim of the present work was to evaluate the risk factors associated to <em>Neospora caninumem> in dairy cows in the state of Pernambuco. Were collected 469 blood samples originated from 20 different farms. Indirect Immunofluorescence (IFI was the technique employed to detect <em>N. caninumem> antibodies in the samples. During sample collection, epidemiological inquiring was performed. From the samples tested, 31.7% (163/469 showed a positive reaction to <em>N. caninumem>, distributed among 17 (85% of the properties studied. It was observed a significant association with all aspects related to hygienic-sanitary management such as veterinary assistance (<em>p> = 0.011; nutritional condition (<em>p> = 0.031; presence of wetlands (<em>p> < 0.001; manipulation of newborn calves (<em>p> < 0.001 and the fate of the cows had aborted (<em>p> = 0.004. Moreover, risk factors associated to reproductive disturb such as abortion history (<em>p> = 0.042 and abortions period (<em>p> = 0.014, were also observed. The findings described in this study characterize the first evidence of <em>N. caninumem> infection in dairy cows in the state of Pernambuco, demonstrating the necessity of performing systematic diagnosis and monitoring of the cattle regarding their reproductive efficiency, in addition to the implementation of prophylactic and control measures.

     

    KEY WORDS<em>: em>Cattle, epidemiologic aspects, indirect immunofluorescence, <em>Neospora caninumem>.

     

    Objetivou-se com este trabalho avaliar os fatores de riscos associados à infecção pelo <em>Neospora caninumem> em matrizes bovinas leiteiras no Estado de Pernambuco. Colheram-se 469 amostras de sangue, distribuídas em vinte propriedades. A técnica utilizada para detecção de anticorpos contra <em>N. caninum em>foi a

  6. Características maternas em gestações com risco de prematuridade tardia

    OpenAIRE

    2013-01-01

    OBJETIVOS: avaliar as características maternas na prematuridade tardia. MÉTODOS: foi realizado um estudo do tipo corte transversal, com análise secundária das gestantes incluídas em um ensaio clínico randomizado realizado no Nordeste do Brasil, no período de 2008 a 2010, entre 34 e 36 semanas. Analisadas as variáveis maternas: idade, paridade, idade gestacional, antecedentes de prematuridade e condições clínicas associadas. A análise estatística foi realizada no programa Epi-Info 3.5.3. Foram...

  7. RISCO DE ANEMIA FERROPRIVA EM CRIANÇAS COM BAIXOS NÍVEIS DE FERRITINA

    OpenAIRE

    Renata Gonçalves de CASTRO, José Abreu MARTINS-JÚNIOR, Luciana Moreira LIMA

    2013-01-01

    Em crianças pré-escolares a anemia ferropriva pode comprometer a capacidade de aprendizagem, além de produzir efeitos comportamentais como a falta de atenção, fadiga e cansaço que podem levar ao baixo rendimento escolar. O objetivo deste estudo foi verificar o número de crianças de 02 a 06 anos que realizaram as dosagens de ferritina, ferro sérico e hemograma, com suspeita de anemia ferropriva, num laboratório clínico, no primeiro semestre de 2011, buscando avaliar os resultados dos referi...

  8. Stress ocupacional em profissionais de saúde: um estudo com médicos e enfermeiros portugueses Occupational stress in health professionals: a study with portuguese doctor's and nurse practitioners

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Conceição de Melo Silva

    2009-12-01

    Full Text Available Este estudo analisa o stress ocupacional em 155 profissionais da área da saúde (exemplo: médicos e enfermeiros a trabalharem em instituições hospitalares e centros de saúde da região norte de Portugal. Foram avaliadas as fontes de stress, o burnout, o coping proactivo, o comprometimento organizacional e a satisfação e realização profissional. Os resultados apontaram 15% de profissionais com experiências significativas de stress e 6% com problemas de exaustão emocional. As análises comparativas (MANOVA e teste t para amostras independentes demonstraram maior tendência para problemas de stress ocupacional nos seguintes grupos: a mulheres (embora os homens evidenciem maior despersonalização; b enfermeiros mais novos e com menor experiência profissional; c solteiros; d classe profissional dos enfermeiros; e profissionais que exercem funções em centros de saúde; f profissionais com situações contratuais mais instáveis; e g profissionais que realizam trabalho por turnos rotativos. No final, são apresentadas algumas indicações para a investigação futura.This work analyzes occupational stress in 155 health professionals (example: doctors and nurses from hospitals and health care centres in the north of Portugal. We evaluated the following variables: stress, burnout, proactive coping, organizational commitment and satisfaction/professional fulfilment. Results revealed significant stress experiences in 15% of the professionals and emotional exhaustion problems in 6%. Comparative analysis (MANOVA and t-test for independent samples suggested a higher tendency to experience occupational stress in the following groups: a females (although males showed more depersonalization problems; b younger and less experienced professionals; c single persons; d nurses practitioners; e professionals that worked in health care centres; f those professionals with short-term working contracts; and g the professionals working on a shift

  9. Cardiovascular risk assessment in hypertensive patients Evaluación del riesgo cardiovascular en hipertensos Avaliação do risco cardiovascular em hipertensos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Amaral de Paula

    2013-06-01

    ó diferencia significativa entre la clasificación del riesgo cardiovascular, cuya correlación muestra discreta concordancia entre las dos escalas. Los elementos relacionados al estilo de vida parecen ser determinantes en el aumento del riesgo cardiovascular. OBJETIVO: avaliar o risco cardiovascular, utilizando o escore de Framingham tradicional e o modificado pela incorporação de fatores de risco emergentes, como história familiar de infarto agudo do miocárdio, síndrome metabólica e doença renal crônica. MÉTODO: participaram 50 hipertensos que faziam tratamento ambulatorial. Os dados clínicos foram obtidos por meio de entrevista semiestruturada e os laboratoriais, coletados em prontuários. RESULTADOS: verificou-se que o escore de Framingham tradicional foi predominantemente baixo (74%, 14% apresentou médio risco e 12% alto risco. Após a inclusão de fatores de risco emergentes, a chance de ocorrer um evento coronariano foi baixa em 22% dos casos, média em 56% e alta em 22% dos casos. CONCLUSÕES: a comparação entre o escore de risco de Framingham tradicional e o modificado demonstrou diferença significativa entre a classificação do risco cardiovascular, cuja correlação mostra discreta concordância entre as duas escalas. Os elementos relacionados ao estilo de vida parecem ser determinantes do aumento de risco cardiovascular.

  10. Obesidade materna em gestações de alto risco e complicações infecciosas no puerpério

    OpenAIRE

    Paiva,Letícia Vieira; Nomura,Roseli Mieko Yamamoto; Dias, Maria Carolina Gonçalves; Zugaib, Marcelo

    2012-01-01

    OBJETIVO: Analisar a associação entre a obesidade materna e complicações infecciosas do puerpério em gestações de alto risco. MÉTODOS: Estudo prospectivo de ago/2009 a ago/2010, com os seguintes critérios de inclusão: puérperas até o 5º dia; idade >18 anos; gestação de alto risco; feto único e vivo no início do trabalho de parto; parto na instituição; peso materno aferido no dia do parto. O estado nutricional no final da gestação foi avaliado pelo índice de massa corporal (IMC), aplicando-...

  11. Fatores de risco relacionados à condição de saúde periodontal em universitários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique de Carvalho e Souza

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A doença periodontal pode ter seu início na infância e na adolescência, e progredir lentamente ao longo da vida. Em universitários, a forma mais comum e prevalente da doença é a gengivite. OBJETIVO: Mensurar a condição de saúde periodontal de uma amostra de universitários e verificar existência da associação com variáveis sociodemográficas e os fatores de risco envolvidos. MATERIAL E MÉTODO: A amostra consistiu de 306 universitários voluntários, com idade entre 19 e 35 anos, sendo usados como indicadores de saúde bucal os índices: Índice Periodontal Comunitário (CPI e Índice de Dentes Cariados, Perdidos e Obturados (CPO-D. Para processamento e análise dos dados, foi usado o programa SPSS versão 18.0. A classificação da condição periodontal foi dicotomizada em CPI 3. Realizou-se regressão logística bivariada e multivariada para analisar a associação entre a condição periodontal e as variáveis independentes. RESULTADO: A amostra consistiu de 51,3% de mulheres e 48,7% de homens, tendo a maioria renda menor do que 6 salários mínimos. Observou-se que 14,4% da amostra era livre de cárie. A pior condição periodontal foi encontrada no sextante 6 e 20,9% da amostra apresentou bolsas rasas em ao menos um sextante. Houve associação entre a condição periodontal e as variáveis: gênero, renda, nível de higiene bucal e uso do fio dental (p < 0,05; entretanto, não houve associação entre aquela e o CPO-D da amostra (p = 0,48. CONCLUSÃO: A amostra apresentou leve condição de doença periodontal, com ausência de bolsas periodontais profundas. Indivíduos do gênero feminino, de renda acima de 4 salários, com bom nível de higiene bucal e que usam o fio dental tiveram melhor condição de saúde periodontal.

  12. Ações e Fundos de Investimento em Ações: Fatores de Risco Comuns?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Rogério Faustino Matos

    2009-01-01

    Full Text Available Neste artigo analisa-se a capacidade de apreçamento e previsão de retorno para os principais fundos de investimento em ações no mercado brasileiro, utilizando o Capital Asset Pricing Model (CAPM e as modelagens de fatores a la Fama e French (1993 e Carhart (1997. Os resultados iniciais evidenciam um resultado esperado: uma melhor performance de apreçamento do CAPM vis-à-vis os demais modelos usados para os fundos de investimento que possuem desempenho similar ao Índice de BOVESPA. A principal contribuição, porém consiste na evidência de que os modelos de fatores passam a ter uma melhor performance quando do apreçamento e da previsão in-sample de fundos de investimento em ações que possuam um maior patrimônio líquido e que tenham "batido o mercado". Esta evidência sugere que se construam modelos de fatores específicos para fundos de investimento que captem estes efeitos, o que vem sendo corroborado por resultados preliminares de Linhares e Matos (2008.

  13. Violência doméstica e risco para problemas de saúde mental em crianças e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natália Amaral Hildebrand

    2015-06-01

    Full Text Available A literatura demonstra que sofrer violência doméstica na infância e juventude é um risco para o desenvolvimento das psicopatologias. Este estudo utilizou o Strenghts and Difficulties Questionnarie (SDQ e encontrou prevalência de 65,5% de possibilidades de problemas de saúde mental em crianças e adolescentes (4-16 anos, vítimas de violência doméstica, acompanhados em Serviços de Referência, todos residentes em um município brasileiro. O resultado encontrado foi considerado elevado, se comparado à população geral. A violência doméstica foi observada como fator de risco para problemas de saúde mental nas crianças e adolescentes estudados, agravada pelo uso preocupante de bebida alcoólica pelo responsável, ou este estar fora do processo produtivo. Não foram encontrados fatores de proteção efetivos, principalmente em relação à rede de proteção. Esses resultados sinalizam a necessidade de implementação de mecanismos que avaliem a efetividade de programas específicos nas áreas de saúde mental e violência doméstica.

  14. Síndrome da lipodistrofia e fatores de risco cardiovasculares em crianças e adolescentes infectados pelo HIV/AIDS em uso de terapia antirretroviral de alta potência

    OpenAIRE

    2010-01-01

    OBJETIVO: Descrever o perfil lipídico, alterações da conformação corporal e fatores de risco cardiovasculares em crianças e adolescentes infectados pelo HIV/AIDS, tratados com terapia antirretroviral de alta potência. MÉTODOS: Foram estudadas 43 crianças e adolescentes em uso dessa terapia atendidas no ambulatório de doenças infecciosas em Pediatria do Instituto Fernandes Figueira/Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro (RJ). Foram realizadas dosagens de colesterol total, lipoproteína de alta d...

  15. Frequência da dermatite de contato ocupacional em ambulatório de alergia dermatológica Frequency of occupational contact dermatitis in an ambulatory of dermatologic allergy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ida Duarte

    2010-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: A dermatite de contato ocupacional (DCO corresponde a 80% dos casos de dermatoses relacionadas ao trabalho. OBJETIVOS: Determinar: a frequência de DCO em pacientes atendidos em ambulatório de alergia, não específico de dermatose ocupacional; o perfil dos pacientes de acordo com idade, sexo, cor, profissão, antecedentes atópicos, duração e localização da dermatose; os tipos de dermatite de contato; os principais alérgenos; e comparar as frequências dos principais sensibilizantes com os resultados obtidos em pacientes atendidos no mesmo período, sem DCO. MÉTODOS: Durante o período 2003-2006, 630 pacientes foram atendidos e submetidos à bateria padrão de testes de contato. Selecionaram-se aqueles com DCO. RESULTADOS: Sessenta e nove (10,9% pacientes apresentaram DCO. A média de idade foi de 44,5 anos. As mãos foram acometidas em 48 (70% casos. As profissões prevalentes foram do lar (27,39% e construção civil (23; 33,5%. Dermatite alérgica de contato (DAC ocorreu em 48 (70% casos, e dermatite irritativa de contato (DIC, em 21 (30%. Os principais sensibilizantes foram o bicromato de potássio (28; 41%, sulfato de níquel (16; 23% e carba-mix (16; 23%. CONCLUSÕES: A DCO foi diagnosticada em 10,9% dos pacientes, sendo mais comum na faixa etária produtiva da população. DAC esteve presente em 48 casos, provavelmente influenciada pelo longo tempo de evolução da dermatose. Os metais e os componentes da borracha foram os principais sensibilizantes.BACKGROUND: Occupational contact dermatitis (OCD corresponds to 80% of the cases of skin diseases related to work. OBJECTIVES: To determine: the frequency of OCD in an ambulatory of allergy not specific for occupational dermatosis; the profile of these patients according to age, gender, color, profession, atopic history, duration and localization of the dermatosis; the diagnosed types of contact dermatitis; the main allergens and to compare the frequency of the main

  16. Computational modeling for irrigated agriculture planning. Part II: risk analysis Modelagem computacional para planejamento em agricultura irrigada: Parte II - Análise de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João C. F. Borges Júnior

    2008-09-01

    Full Text Available Techniques of evaluation of risks coming from inherent uncertainties to the agricultural activity should accompany planning studies. The risk analysis should be carried out by risk simulation using techniques as the Monte Carlo method. This study was carried out to develop a computer program so-called P-RISCO for the application of risky simulations on linear programming models, to apply to a case study, as well to test the results comparatively to the @RISK program. In the risk analysis it was observed that the average of the output variable total net present value, U, was considerably lower than the maximum U value obtained from the linear programming model. It was also verified that the enterprise will be front to expressive risk of shortage of water in the month of April, what doesn't happen for the cropping pattern obtained by the minimization of the irrigation requirement in the months of April in the four years. The scenario analysis indicated that the sale price of the passion fruit crop exercises expressive influence on the financial performance of the enterprise. In the comparative analysis it was verified the equivalence of P-RISCO and @RISK programs in the execution of the risk simulation for the considered scenario.Técnicas de avaliação de riscos procedentes de incertezas inerentes à atividade agrícola devem acompanhar os estudos de planejamento. A análise de risco pode ser desempenhada por meio de simulação, utilizando técnicas como o método de Monte Carlo. Neste trabalho, teve-se o objetivo de desenvolver um programa computacional, denominado P-RISCO, para utilização de simulações de risco em modelos de programação linear, aplicar a um estudo de caso e testar os resultados comparativamente ao programa @RISK. Na análise de risco, observou-se que a média da variável de saída, valor presente líquido total (U, foi consideravelmente inferior ao valor máximo de U obtido no modelo de programação linear. Constatou

  17. Influência do nível socioeconômico sobre comportamentos de risco para transtornos alimentares em adolescentes Socioeconomic influence on eating disorders risk behaviors in adolescents

    OpenAIRE

    Karin Louise Lenz Dunker; Cássia Peres Bonar Fernandes; Daniel Carreira Filho

    2009-01-01

    OBJETIVO: Investigar comportamentos de risco para transtornos alimentares (TA) em adolescentes de diferentes níveis socioeconômicos. MÉTODO: 183 adolescentes do sexo feminino de 15 a 18 anos de duas escolas (pública e particular) foram avaliadas quanto à renda e escolaridade dos pais, estado nutricional, comportamentos de risco para TA (Teste de Atitudes Alimentares - EAT-26), atitudes socioculturais quanto à aparência (Escala das Atitudes Socioculturais Voltadas para Aparência - SATAQ-3), pe...

  18. Effect of education on the incidence rate of occupational exposure resulting from sharp bodies and mucocutaneous contamination with blood and body fluids of patients among nursing personnel of Valiasr Hospital- Fassa, 2008 Efecto de la educación en la tasa de incidencia de exposición ocupacional por objetos cortopunzantes y por contaminación mucocutánea con sangre y fluidos corporales en enfermeros del hospital de Valiasr-Fassa Efeito da educação na taxa de incidência de exposição ocupacional por objetos perfurantes e por contaminação mucocutânea com sangue e fluidos corporais em enfermeiros do hospital de Valiasr-Fassa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fariba Ghodsbin

    2011-03-01

    la capacitación, (pObjetivo. Determinar o efeito da educação na taxa de incidência de exposição ocupacional por objetos perfurantes e por contaminação mucocutânea com sangue e fluidos corporais em enfermeiros do Hospital de Valiasr em Fassa (Irã em 2008. Metodologia. Estudo de intervenção. Tomou-se uma mostra de 120 enfermeiros (60 no grupo de estudo e 60 no grupo controle atribuídos por escolha aleatória sistemática. O grupo de estudo recebeu 10 horas de capacitação em prevenção de exposição ocupacional. Para a recolha de dados se utilizou um questionário, o qual foi completado por ambos os grupos antes e dois meses depois da capacitação igualmente se aplicou um exame de conhecimentos a ambos os grupos antes e depois da capacitação. Resultados. Os resultados do estudo indicaram aumento do nível de conhecimento e diminuição da taxa incidência de exposição ocupacional no grupo de estudo de tal maneira que a pontuação da média do nível de conhecimento deste grupo atingiu uma pontuação de 8.1 antes da capacitação a 14.1 depois da capacitação, (p<0.05. Conclusão. O programa educativo se associou a melhores práticas preventivas do risco de exposição a objetos perfurantes e contaminação mucocutânea com sangue e fluidos corporais de pacientes.

  19. Interação de fatores riscos em tuberculose Interaction of factors on pulmonary tuberculosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Ruffino-Netto

    1979-06-01

    Full Text Available Estudou-se o possível sinergismo dos fatores alcoolismo e tabagismo na tuberculose pulmonar, a partir de dados de um estudo caso-controle onde 854 pessoas foram entrevistadas (sendo 427 casos-pacientes portadores de tuberculose pulmonar e 427 controles e questionadas quanto ao hábito de ingestão alcoólica e o de fumar em períodos precedendo ao diagnóstico da doença. Concluiu-se que existe pequena interação destes fatores na tuberculose pulmonar; o hábito de fumar estaria relacionado com a doença tuberculose através de sua associação com a ingestão de bebidas alcoólicas.A case-control study was made of the possible synergetic effect of smoking and alcohol drinking on pulmonary tuberculosis. Analysis of the results of 854 interviews showed that there is little interactive effect in the multiplicative sense (synergism between these factors and pulmonary tuberculosis. It is suggested that the habit of smoking may be related to pulmonary tuberculosis only through its association with that of alcohol drinking.

  20. Cognitive and emotional effects of occupational stress in nursing professionals Efectos cognitivos y emocionales del estrés ocupacional en profesionales de enfermería Efeitos cognitivos e emocionais do estresse ocupacional em profissionais de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Paschoalini

    2008-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE: Investigating the indicators of stress, anxiety, depression and the cognitive changes in members of the nursing team at Santa Casa de Misericórdia de Assis SP. METHODS: 66 nursing professionals participated in the study, evaluated by psychological and cognitive tracking instruments. RESULTS: The stress experience was not homogenous in the nursing team; high scores in the depression tracking were associated to low cognitive scores. CONCLUSION: Nursing auxiliaries and technicians were affected by stress. Therefore, worker's healthcare should be provided for the whole nursing team.OBJETIVOS: Investigar, de forma integrada, posibles indicadores de alteraciones cognitivas, depresión, ansiedad y agentes estresores ocupacionales en auxiliares y técnicos de enfermería así como de enfermeros de diversos sectores de la Santa Casa de Misericordia de Asís-SP, por medio de instrumentos de rastreo psicológico y cognitivo. MÉTODOS: Participaron en el estudio 66 profesionales de enfermería, evaluados por instrumentos de rastreo psicológico y cognitivo. RESULTADOS: La experiencia de estrés no fue homogénea en el equipo de enfermería; los escores altos en el rastreo de depresión fueron asociados a escores cognitivos bajos. CONCLUSIÓN: Los auxiliares y técnicos de enfermería y enfermeros se vieron afectados por el estrés por lo que la atención a la salud del trabajador, debe ser ofrecida a todo el equipo de enfermería.OBJETIVOS: Investigar, de forma integrada, possíveis indicadores de alterações cognitivas, depressão, ansiedade e agentes estressores ocupacionais em auxiliares e técnicos de enfermagem e enfermeiros de diversos setores da Santa Casa de Misericórdia de Assis-SP, por meio de instrumentos de rastreio psicológico e cognitivo. MÉTODOS: Participaram do estudo 66 profissionais de enfermagem, avaliados por instrumentos de rastreio psicológico e cognitivo. RESULTADOS: A experiência de estresse não foi homogênea na

  1. Riscos à saúde de equipe de enfermagem em unidade de terapia intensiva: proposta de abordagem integral da saúde Risks to health of intensive care unity nursing staff: proposal of integral approach of health

    OpenAIRE

    Érique José Peixoto de Miranda; Kátia Stancato

    2008-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi rever a saúde ocupacional em unidade de terapia intensiva (UTI), bem como avaliar os aspectos para abordagem educacional da equipe multidisciplinar de forma integral. CONTEÚDO: Revisão da literatura realizada no período de 1997-2007, acerca de questões relevantes da saúde de profissionais da equipe multidisciplinar de UTI, na base de dados da Biblioteca Regional de Medicina (Bireme). Foram utilizados os termos "UTI", "educação em saúde" e...

  2. Risco de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV em profissionais da saúde Risk of infection by the human immune deficiency virus (HIV among health professionals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcyone Artioli Machado

    1992-02-01

    Full Text Available A fim de investigar o risco ocupacional de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV em profissionais da saúde, foram estudados 35 casos de acidentes com material potencialmente contaminado pelo HIV, ocorridos em funcionários do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP. Dos 36 profissionais de saúde estudados, 52,8% (19/36 eram auxiliares de enfermagem, 19,4% (7/36 enfermeiras, 13,9% (5/36 atendentes de enfermagem, e 5,5% (2/36 técnicos de enfermagem. Em 47,2% (17/36 dos casos houve exposição parenteral a sangue (acidente com agulha. As mãos e os dedos foram as áreas do corpo mais atingida. Foi empregado o teste imunoenzimático (ELISA para detecção de anticorpos anti-HIV, sendo realizado em todos os profissionais por ocasião do acidente e com 1,2, 6 e 12 meses após a exposição. Os resultados foram negativos não sendo registrada nenhuma soroconversão. Recomenda-se que a educação continuada para o trabalhador de saúde deve reforçar o uso das precauções universais, especialmente os cuidados com agulhas e outros instrumentos perfurantes.To investigate the occupational risk of infection by HIV among health professionals, 36 cases of occupational accidents involving exposure to material potentially infected with HIV, reported at a Brazilian General Hospital (HCFMRP, were studied. Of the injured workers 75% were female and 25% male (ranging from 23 to 49 years old and just one of them had high-risk behavior of HIV infection. Of these health professionals, 52.8% were nursing auxiliaries, 19.4%, nurses, 13.9%, nursing attendants, 5.5%, laboratory technicians, 2.8% surgery instrumentalist, 2.8% accountants and 2.8% nursing technicians. In 47.2% of cases the workers had a parenteral exposure to blood (needlestick injuries. The right hand and fingers were the body areas most effected. The serologic test to detect HIV antibodies by the ELISA method was

  3. Inclusão do Risco País na Metodologia de Determinação do Custo do Capital Próprio em Avaliação de Empresas em Mercados Emergentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo José de Almeida

    2010-08-01

    Full Text Available O artigo desenvolve a idéia de que, ao contrário do senso comum, o prêmio de risco país deve ser calculado como a diferença entre o prêmio pago pelas taxas reais brasileiras em relação às americanas e o risco soberano, definido como o diferencial entre as taxas dos títulos soberanos dos dois países negociados nos Estados Unidos. Tal conclusão vai contra o que é praticado comumente nos laudos de avaliação enviados à Comissão de Valores Mobiliários (CVM para suportar preços em ofertas públicas de aquisição de ações para fechamento de capital.

  4. Indivíduos, estruturas e riscos: panorâmica da prevenção primária do HIV em Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Octávio Sacramento

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo: O texto debate as principais orientações e procedimentos que configuram a prevenção primária do HIV/AIDS em Portugal, prestando especial atenção à redução de riscos nos dois grandes cenários de propagação da epidemia: a sexualidade e o consumo de drogas injetáveis. Na análise, os riscos de infecção são considerados enquanto expressões de práticas densamente imbricadas em estruturas sociais e quadros culturais. À luz dessa concepção, procura-se avaliar e compreender em que medida as estratégias preventivas têm subjacente uma abordagem ampla e integradora, incluindo os indivíduos e as suas circunstâncias. Simultaneamente, são identificados alguns dos grandes constrangimentos estruturais que ainda se colocam à concretização de condições propícias à minimização de riscos e à adoção de comportamentos seguros. Nesses exercícios analíticos não se ponderam somente as orientações políticas e programáticas, mas também processos no terreno, de forma a mostrar-se como a não operacionalização de medidas já previstas e legisladas constitui, por si mesma, uma poderosa barreira estrutural à prevenção do HIV.

  5. Exposição ocupacional ao ruído e acidentes do trabalho Occupational noise exposure and work accidents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Dias

    2006-10-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi verificar se a exposição ocupacional ao ruído é um fator de risco relevante para acidentes do trabalho na cidade de Piracicaba, São Paulo, Brasil. Foi realizado um estudo caso-controle de base hospitalar. Os casos foram 600 trabalhadores entre 15 e 60 anos que sofreram acidentes ocupacionais típicos entre maio e outubro de 2004, atendidos na Central de Ortopedia e Traumatologia de Piracicaba. Os controles foram 822 trabalhadores entre 15 e 60 anos que sofreram acidente não ocupacional e receberam o primeiro atendimento no serviço ou foram trabalhadores acompanhantes dos acidentados. Foi ajustado um modelo de regressão logística múltipla, tendo como variável independente o acidente do trabalho, controlada por co-variáveis de interesse, entre elas a exposição ao ruído. Estimou-se que o risco de sofrer acidente do trabalho é cerca de duas vezes maior entre trabalhadores expostos ao ruído, controlado para diversas co-variáveis. A exposição ocupacional ao ruído não só deteriora a saúde auditiva do trabalhador, mas também se constitui em fator de risco para acidentes do trabalho.The purpose of this study was to verify whether occupational noise exposure is a significant risk factor for work accidents in the city of Piracicaba, São Paulo State, Brazil. This hospital-based case-control study included 600 workers aged 15-60 who suffered typical occupational accidents between May and October 2004 and were seen at the Piracicaba Orthopedics and Trauma Center. The control group comprised 822 workers, aged 15-60, who were also seen at the Center, and either had a non-occupational accident or were accompanying someone who had suffered an accident. A multiple logistic regression model was adjusted with work accident as an independent variable, controlled by covariables of interest such as noise exposure. The risk of having a work accident was about twice as high among workers exposed to noise, after

  6. Fatores de risco nutricionais nas complicações pós-operatórias em pacientes idosos submetidos a cirurgias eletivas de grande porte

    OpenAIRE

    Jose Carlos dos Santos Junqueira

    2002-01-01

    Resumo: Este estudo prospectivo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar variáveis nutricionais como fatores de risco para complicações infecciosas e óbito decorrente destas, em pacientes idosos submetidos a cirurgias eletivas de grande porte. Foram selecionados 70 pacientes, no período de dois anos, com idade igual ou superior a 60 anos, analisando-se no pré-operatório as variáveis: índice de massa corpórea, índice de massa corpórea com estatura joelho-pé, prega cutânea do tríceps, prega c...

  7. Revisao de 15 casos submetidos a oclusao temporaria bilateral de arteria iliaca interna em pacientes com alto risco para hemorragia obstetrica

    OpenAIRE

    Mariana Krutman; Francisco Leonardo Galastri; Breno Boueri Affonso; Felipe Nasser; Fabiellen Berzoini Travassos; Marcos de Lourenco Messina; Nelson Wolosker

    2013-01-01

    OBJETIVO: Analisar os resultados de 15 pacientes com elevado risco de sangramento obstétrico, submetidas ao implante de catéteres balão profilático para oclusão temporária das artérias hipogástricas. MÉTODOS: Uma análise retrospectiva foi realizada com base em prontuários de 15 pacientes submetidas ao implante de catéteres balão profilático, de janeiro/2008 a dezembro/2011. Todas as pacientes incluídas no estudo f...

  8. Fatores de risco para absenteísmo com licença médica em trabalhadores da indústria de petróleo

    OpenAIRE

    Nágila Soares Xavier Oenning; Fernando Martins Carvalho; Veronica Maria Cadena Lima

    2014-01-01

    OBJETIVO : Identificar fatores de risco para o absenteísmo com licença médica em trabalhadores de empresa de petróleo. MÉTODOS : Estudo caso-controle (120 casos e 656 controles) aninhado a um estudo de coorte retrospectivo com todos os trabalhadores de uma empresa de petróleo na Região Norte-Nordeste do Brasil entre 2007 e 2009. A variável resposta utilizada para representar o absenteísmo com licença médica foi a incidência mé...

  9. A percepção dos colaboradores sobre riscos e doenças profissionais (um estudo em misericórdias)

    OpenAIRE

    Flora, Eloísa Sofia Santinho

    2013-01-01

    As Organizações devem desenvolver ferramentas de gestão capazes de identificar, contextualizar e eliminar/reduzir os riscos ocupacionais para a estruturação de ambientes saudáveis de trabalho. Nas instituições associadas com a Santa Casa da Misericórdia são desempenhadas funções com níveis de exigência elevados, impondo constantes desafios aos seus colaboradores. Neste sentido, pretendeu-se caracterizar a percepção dos colaboradores de três Misericórdias (Bragança, Mirandela e Vinhais) em ...

  10. AVALIAÇÃO DO RISCO DE DESENVOLVIMENTO DE TRANSTORNOS ALIMENTARES EM ALUNAS DO ENSINO MÉDIO DE ESCOLAS PARTICULARES, ARACAJU - SE

    OpenAIRE

    MARIA DE FáTIMA MELO SILVEIRA; MAIARA MAIA MOREIRA; TALITA KIZZY BARBOSA BARRETO; ALINE MOTA DE BARROS MARCELLINI; PAULO SéRGIO MARCELLINI

    2009-01-01

    Os transtornos alimentares são quadros psiquiátricos caracterizados por uma grave perturbação do comportamento alimentar, sendo a Anorexia e Bulimia Nervosa os dois tipos principais, os quais afetam principalmente adolescentes femininas e adultas jovens. O objetivo do trabalho foi avaliar o risco de alunas do ensino médio em escolas particulares de Aracaju-SE de desenvolverem transtornos alimentares dos tipos Anorexia e Bulimia Nervosa. Utilizou-se um questioná...

  11. Síndrome da apneia obstrutiva do sono (Saos) e sonolência diurna excessiva (SDE): influência sobre os riscos e eventos de queda em idosos

    OpenAIRE

    Burgos,Renata Afonso; Carvalho,Gustavo de Azevedo

    2012-01-01

    INTRODUÇÃO: Muitos países vêm experimentando o processo de envelhecimento populacional e a consequente elevação das doenças associadas a ele, como dificuldade de manter o equilíbrio, perdas na qualidade do sono e síndrome da apneia obstrutiva do sono (Saos). OBJETIVOS:Investigar a correlação entre a Saos e sonolência diurna excessiva (SDE) com os riscos e eventos de quedas em indivíduos idosos. MATERIAIS E MÉTODOS:Estudo descritivo, comparativo, de corte transversal com amostra de 75 indivídu...

  12. Associação entre marcadores inflamatórios e fatores de risco cardiovascular em mulheres de Kolkata, W.B, Índia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debdutta Ganguli

    2011-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Recentes pesquisas tem se concentrado no uso de biomarcadores inflamatórios na previsão de risco cardiovascular. Entretanto, a informação é escassa em relação à associação entre esses marcadores inflamatórios com outros fatores de risco cardiovasculares em indianos asiáticos, particularmente em mulheres. OBJETIVO: Explorar a associação entre marcadores inflamatórios tais como proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR-as e contagem de leucócitos (LEU e fatores de risco cardiovascular tais como adiposidade geral e central, pressão arterial, variáveis lipídicas e lipoproteicas e glicemia de jejum. MÉTODOS: Conduzimos uma análise transversal de 100 mulheres com idade entre 35-80 anos. As participantes foram selecionadas através da metodologia de amostragem por cluster, de 12 distritos urbanos selecionadas ao acaso na Corporação Municipal de Kolkata, Índia. RESULTADOS: A PCR-as apresentou uma associação significante com o índice de massa corporal (IMC (p < 0,001 e circunferência da cintura (CC (p = 0,002. Associações significantes inversas foram observadas entre a lipoproteína de alta densidade colesterol (HDL-c e ambos marcadores inflamatórios PCR-as (p = 0,031 e LEU (p = 0,014. A apo-lipoproteína A1 (Apo A1 também estava negativamente associada com a PCR-as. A contagem de leucócitos apresentou uma correlação significante com a glicemia de jejum e a razão colesterol total (CT /HDL-C. Usando regressão logística ajustada para idade, IMC (odds ratio/OR, 1,186; intervalo de confiança/IC, 1,046-1,345; p=0,008 e LEU (OR, 1,045; IC, 1,005-1,087; p=0,027 foram as covariantes significantemente associadas com a PCR-as. CONCLUSÃO: No presente estudo, os fatores de risco tais como IMC, CC e HDL-c e Apo-A1 mostraram uma associação significante com PCR-as. A contagem de leucócitos estava significantemente associada com os níveis de HDL-c, glicemia de jejum, razão CT/HDL-c em mulheres.

  13. Riscos no ambiente de trabalho no setor de panificação: um estudo de caso em duas indústrias de biscoitos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Mota de Vasconcelos

    2015-09-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo identificar e analisar os riscos no ambiente de trabalho no setor de panificação em duas indústrias de fabricação de biscoitos de pequeno porte. O levantamento de dados foi feito de forma qualitativa, com identificação e avaliação dos fatores de riscos ambientais ocupacionais (físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e de acidentes, observando as normas ISO 14001, OHSAS 18001, AS/NZS 4360, NBR 14009, NBR 14153 e as Normas Regulamentadoras (NR do Ministério do Trabalho e Emprego. Também foram realizadas medições dos índices de exposição ao ruído e ao calor, conforme a NR 15 e do nível de iluminância nos ambientes, conforme a NR 17. As empresas (denominadas “A” e “B” apresentaram níveis de riscos distintos, classificados como triviais, toleráveis, moderados e substanciais. Dos parâmetros de riscos avaliados, identificou-se que a empresa “B” foi a que apresentou maior exposição ao risco com potencial de causar danos à saúde e à integridade física dos seus trabalhadores, havendo necessidade imediata de intervenção. A partir das indústrias avaliadas, foi possível verificar que, mesmo em meio às exigências legais, as questões relacionadas à saúde e segurança no trabalho são muitas vezes consideradas como fator secundário. Os cuidados relacionados à qualidade, higiene e segurança dos seus produtos são sempre priorizados. Ressalta-se que os gastos efetuados com a prevenção de acidentes e doenças do trabalho devem ser vistos como investimentos, uma vez que poderão contribuir para melhor qualidade de vida dos profissionais, com possibilidades de maximização das atividades por eles desempenhadas.

  14. Relação entre o estado de humor e os comportamentos alimentares de risco para os transtornos alimentares em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Analisar a relação entre o estado de humor e os comportamentos alimentares de risco para os transtornos alimentares (TA em adolescentes do sexo feminino. Métodos Participaram 397 adolescentes com idade entre 12 e 17 anos. Utilizaram-se as subescalas do Eating Attitudes Test (EAT-26 para avaliar os comportamentos alimentares de risco para os TA. Utilizou-se a Escala de Humor de Brunel (BRUMS para avaliar o estado humor negativo (ansiedade, tensão, depressão, confusão mental, raiva e fadiga. Conduziram-se a Regressão Logística Binária e a Análise Multivariada de Covariância para analisar os dados. Resultados Evidenciou-se associação estatisticamente significativa entre o estado de humor negativo e os comportamentos alimentares de risco para os TA (X2 = 25,71; Wald = 31,92; p = 0,001. Identificou-se diferença de escore na subescala Dieta entre as adolescentes com alto e baixo estado de humor negativo [F (1, 396 = 13,40; p = 0,04], fato que não foi encontrado para as subescalas Bulimia e Preocupação com Alimentos [F (1, 396 = 1,69; p = 0,09] e Autocontrole Oral [F (1, 396 = 0,95; p = 0,17]. Conclusão Os comportamentos alimentares de risco para os TA estiveram relacionados ao estado de humor negativo.

  15. Gestão de Riscos em Projeto: Contornando Incertezas para Viabilizar a Implantação de Nova Tecnologia em uma Indústria Petrolífera de E&P

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Antonio Molina Palma

    2011-12-01

    Full Text Available O presente artigo teve como principal objetivo verificar a importância e o impacto do gestão de riscos em projetos na implantação de uma nova tecnologia no setor petrolífero de Exploração e Produção (E&P. O estudo abrangeu as etapas da gerência de riscos em projetos e suas respectivas ferramentas. A metodologia utilizada foi um estudo de caso, aplicado em uma companhia petrolífera de grande porte com atuação internacional que possui distinto know-how no desenvolvimento de campos off-shore. Realizou-se uma análise comparativa entre as ações tomadas pela organização abordada e os passos elencados no PMBok para uma gestão de riscos eficaz.DOI:10.5585/gep.v2i2.43

  16. Sintomas vocais e sensações laríngeas em trabalhadores de uma usina de álcool e açúcar expostos a riscos ocupacionais Vocal symptoms and laryngeal sensations in workers of an ethanol and sugar mill exposed to occupational risks

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sylvia Boechat Coutinho

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar os sintomas vocais e sensações laríngeas dos trabalhadores de uma usina de álcool e açúcar expostos a ruído e/ou substâncias químicas. MÉTODOS: Participaram 289 trabalhadores de uma usina de álcool e açúcar distribuídos em cinco grupos expostos (I- ruído; II- ruído, óleo, graxa, derivação de petróleo; III- ruído, ácidos, sulfatos, cloretos, nitratos; IV- ruído, poeiras respiráveis e sílica livre cristalizada; V- óleo, graxa, derivação de petróleo e um grupo controle que responderam o questionário Condições de Produção Vocal - Professor adaptado à categoria profissional. Os grupos foram comparados em relação aos sintomas vocais, sensações laríngeas, tabagismo e riscos físicos e químicos. Esta comparação foi realizada por meio de análise estatística. RESULTADOS: O sintoma vocal e a sensação laríngea mais relatados pelos trabalhadores foram voz grave e tosse com catarro, respectivamente. Considerando o risco físico no ambiente de trabalho, os grupos I e IV foram os que mais citaram presença de ruído. Devido à sua exposição, os mesmos aumentavam a intensidade da voz (Efeito de Lombard-Tarneaud e, assim, mencionaram sintomas vocais. Em relação aos riscos químicos no ambiente ocupacional, o grupo IV foi o que mais referiu presença de poeira e fumaça, e estas eram compostas por poeiras respiráveis e sílica. Tais exposições ocasionam sintomas vocais e sensações laríngeas e, consequentemente, alterações vocais. CONCLUSÃO: Sintomas vocais e sensações laríngeas podem estar relacionados a atividade profissional em que haja exposição a riscos físicos e/ou químicos.PURPOSE: To investigate vocal symptoms and laryngeal sensations among workers of an ethanol and sugar mill exposed to noise and/or chemical substances. METHODS: Participants were 289 workers of an ethanol and sugar mill distributed into five exposure groups (I - noise; II - noise, oil, grease

  17. Nível de atividade física como preditor de fatores de risco cardiovasculares em crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alynne Christian Ribeiro Andaki

    2013-09-01

    Full Text Available O presente estudo avaliou a eficácia do nível de atividade física (NAF, envolvimento em atividade física de moderada a vigorosa intensidade (AFMV e número de passos/dia para predição dos fatores de risco cardiovasculares (FRCV em crianças. Foram mensuradas medidas antropométricas, composição corporal, pressão arterial, glicemia, HDL-c e triacilglicerídeos. NAF e envolvimento em AFMV foram obtidos pelo registro de atividade física e número de passos por pedômetro. Participaram 187 crianças com 9,90 ± 0,7 anos de idade. NAF apresentou área sob a curva ROC significativa para predição da obesidade, alto % de gordura corporal e pressão arterial alterada (PAA nas meninas. NAF foi acurado em predizer obesidade e síndrome metabólica (SM e AFMV foi acurada em predizer SM e PAA nos meninos. Meninos que atingiram a recomendação de 13000 passos/dia foram protegidos da SM e baixo HDL-c. Atender as recomendações de envolvimento em AFMV e número de passos protegem crianças dos FRCV.

  18. Risk factors for perinatal mortality in an urban area of Southern Brazil, 1993 Fatores de risco para mortalidade perinatal em Pelotas, RS, 1993

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana M. B. Menezes

    1998-06-01

    Full Text Available INTRODUCTION: Although there was a considerable reduction in infant mortality in Pelotas, Rio Grande do Sul in the last decade, its perinatal causes were reduced only by 28%. The associated factors of these causes were analised. MATERIAL AND METHOD: All hospital births and perinatal deaths were assessed by daily visits to all the maternity hospitals in the city, throughout 1993 and including the first week of 1994. RESULTS: The perinatal mortality rate was 22.1 per thousand births. The multivariate analysis showed the following risk factors: low socioeconomic level, male sex and maternal age above 35 years . Among multigravidae women, the fetal mortality rate was significantly increased for mothers with a previously low birthweight and a previous stillbirth. For early neonatal mortality the risk was significantly increased by a smaller number of antenatal visits than 5 and low birthweight. CONCLUSIONS: Main risk factors for perinatal mortality: low socioeconomic level, maternal age above 35 years and male sex. For early neonatal mortality the risk was significantly increased by a smaller number of antenatal visits than 5 and low birthweight.INTRODUÇÃO: Apesar de importante redução da mortalidade infantil em Pelotas, RS, na última década, as causas perinatais foram reduzidas em apenas 28%. Analisou-se os principais fatores associados a essas causas. MATERIAL E MÉTODO: Todos os nascimentos hospitalares e óbitos perinatais, em Pelotas, foram acompanhados através de visitas diárias aos hospitais, durante 1993 até a primeira semana de 1994. RESULTADOS: O coeficiente de mortalidade perinatal foi 22,1/1.000 nascimentos. A análise multivariada apontou os seguintes fatores de risco: baixo nível socioeconômico, sexo masculino e idade materna acima de 35 anos. Nas multíparas, encontrou-se maior risco para a mortalidade fetal naquelas que relatavam baixo peso prévio e natimorto prévio. A mortalidade neonatal precoce esteve associada com n

  19. Quando jogar se torna um risco: a relação entre características parentais, atitudes dos pais e dos filhos em relação ao jogo, e comportamentos de jogo em adolescentes

    OpenAIRE

    Semanas, Daniela Filipa Pereira

    2014-01-01

    Mestrado em Psicologia Comunitária e Proteção de Menores. / PsycINFO Classification Categories and Codes: 2800 Developmental psychology; 3233 Substance Abuse & Addiction O jogo tem-se tornado uma atividade cada vez mais usual entre os adolescentes. Apesar das suas vantagens em termos de desenvolvimento cognitivo e psicossocial, a literatura tem apontado um conjunto de variáveis que conduzem a um entendimento do jogo como um comportamento de risco. O presente estudo pretendeu analisar, a re...

  20. Predição das concentrações plasmáticas de IL-1B, IL-6 e TNF-α por agrupamentos de fatores de risco cardiovascular em adolescentes.

    OpenAIRE

    Silva, Carla Teixeira

    2014-01-01

    Programa de Pós-Graduação em Saúde e Nutrição. Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto. As doenças cardiovasculares (DCV) são as principais causas de mobi-mortalidade em todo o mundo e estão bem relacionadas a diversos fatores de risco cardiovascular tradicionais (RCV), incluindo obesidade central, resistência à insulina (RI), intolerância à glicose, dislipidemias e hipertensão arterial sistêmica (HAS). A inflamação tem sido associada a muitos destes fatores de risco, aprese...

  1. Indicadores de risco para perda auditiva em neonatos e lactentes atendidos em um programa de triagem auditiva neonatal Risk indicators for hearing loss of newborns and infants in a newborn hearing screening program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana Maria Sobral Griz

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: descrever os indicadores de risco para perda auditiva presentes em neonatos e lactentes que realizaram a Triagem Auditiva Neonatal no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, nascidos em 2008. MÉTODOS: foram pesquisados os 787 neonatos e lactentes que realizaram a Triagem Auditiva Neonatal no citado Hospital, nascidos em 2008. Foi montado um banco de dados com informações do formulário com histórico familiar e clínico dos pesquisados e resultado da triagem, para análise dos indicadores de risco. RESULTADOS: os indicadores de risco mais prevalentes na população estudada foram presença de hiperbilirrubinemia, nascimento pré-termo, baixo peso ao nascimento, uso de medicamento durante o período gestacional, permanência em Unidade de Terapia intensiva e presença de infecções intra-uterinas durante a gestação. Os indicadores de risco para perda auditiva com associação estatisticamente significante com o resultado falha na triagem foram nascimento pré-termo, baixo peso, permanência em Unidade de Terapia Intensiva, uso de ventilação mecânica e uso de medicamento ototóxicos. CONCLUSÃO: houve ocorrência de indicadores de risco pré, peri e pós-natais, porém apenas foi encontrada significância estatística entre alguns indicadores peri e pós-natais e a falha na triagem.PURPOSE: to characterize neonates and infants who were born in 2008 and have been submitted to the Newborn Hearing Screening Program of the Federal University of Pernambuco Hospital according to the presence of risk factors related to hearing loss. METHODS: a total of 787 newborns took part in the study. Information from clinical charts and tests results were collected in order set up a database. RESULTS: the most prevalent risk factors for hearing loss in the related population was hyperbilirubinemia, prematurity, low weigh at birth, use of medication during pregnancy, presence of diseases during pregnancy and permanence in a

  2. Prevalência de indicadores de risco para surdez em neonatos em uma maternidade paulista Prevalence of deafness risk indicators in newborns in a São Paulo' upcountry materninty hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bárbara Carolina Teixeira Amado

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: identificar os indicadores de risco para perda auditiva em recém-nascidos de um hospital da rede pública de Campinas - São Paulo, no período de julho de 2007 a janeiro de 2008. MÉTODOS: a amostra foi composta por 589 protocolos de neonatos avaliados no Programa de Triagem Auditiva Neonatal Universal, no período. RESULTADOS: do total de protocolos estudados, 152 (25,8% evidenciaram presença de indicadores de risco para surdez em neonatos. Dentre eles, os mais prevalentes, em ordem decrescente, foram: antecedentes familiares (26,3%, boletim Apgar de 0 a 4 no primeiro minuto (23,6%, uso de medicamentos ototóxicos (23,6%, permanência em incubadora (22,3%, hiperbilirrubinemia (21,7% e permanência em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (18,4%. CONCLUSÃO: o número de indicadores de risco encontrados por neonato variou de um a seis. Dentre os neonatos com indicadores de risco, apenas um bebê falhou nas três avaliações realizadas na triagem auditiva, sendo que, de acordo com seu protocolo, ele apresentava três indicadores de risco para surdez.PURPOSE: to identify the hearing loss risk indicators in newborns at a public hospital facility in Campinas - São Paulo, in the period from July 2007 to January 2008. METHODS: sample composed of 589 protocols of newborns evaluated in the Program of Universal Hearing Screening during the considered period. RESULTS: 152 protocols (25.8% showed hearing loss risk indicators. Among them, the most prevalent were, in decreasing order: family antecedents (26.3 %; Apgar index from 0 to 4 in the first minute (23.6%; ototoxic drug use (23.6 %, incubator permanence (22.3%, hyperbilirubinemia of the newborn (21.7% and permanence in Neonatal Intensive Care Unit (18.4%. CONCLUSION: the number of risk indicators found per newborn ranged from 1 to 6. Among the newborns with hearing loss risk indicators, just one baby failed in the three evaluations conducted in the hearing screening program. This baby

  3. Prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women in Pelotas Prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto em Pelotas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Tavares

    2012-10-01

    Full Text Available OBJECTIVES: To evaluate the prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women. METHODS: This is a cross-sectional study of postpartum women. The sample comprised mothers who have received prenatal care from the Brazilian National System of Public Heath in the city of Pelotas. Suicide risk and other mental disorders were evaluated using the Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. A yes answer on one of the six interview questions was considered a sign of suicide risk. RESULTS: The sample consisted of 919 postpartum women. The 11.5% suicide prevalence was 4.62 (CI 2.45, 8.73 times higher in women with low educational levels. Women with comorbid depression or an anxiety disorder showed a 17.04 (CI 2.27; 19.96 times greater risk of suicide than those who did not suffer from any mood disorder. CONCLUSION: Lower education levels and psychiatric disorders are associated with suicide risk. Bipolar disorder is the psychiatric disorder with the highest impact on suicide risk.OBJETIVOS: Avaliar a prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto. MÉTODOS: Este foi um estudo em corte transversal com mulheres pós-parto. A amostra foi constituída de mães que receberam cuidados pré-natais prestados pelo Sistema Nacional de Saúde Pública do Brasil na cidade de Pelotas. O risco de suicídio e outros transtornos mentais foram avaliados pela Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. Uma resposta afirmativa a qualquer das seis perguntas é considerada um risco de suicídio. RESULTADOS: A amostra consistiu de 919 mulheres pós-parto. A prevalência do risco de suicídio foi de 11,5%. Ela foi 4,62 vezes mais alta (IC de 95% 2,45; 8,73 em mulheres de baixo nível educacional. Mulheres apresentando qualquer comorbidade para depressão e transtornos ansiosos tiveram uma chance 17,04 vezes maior (IC 95% 2,27; 19,96 àquelas que não apresentaram nenhum transtorno afetivo. CONCLUSÃO: Um n

  4. Gerenciamento do risco em aeroportos durante intervenções de manutenção = Airport risk management during works and services

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bezerra, George Christian Linhares

    2011-01-01

    Full Text Available Sob a perspectiva da segurança operacional, as intervenções em aeroportos para realização de manutenção representam significativa alteração no padrão das operações, com impacto sobre a segurança e acarretando perigos diversos. A existência de requisitos regulamentares para que a administração do aeroporto possa garantir a segurança das operações durante a realização de obras e serviços reflete a importância atribuída pelo regulador, contudo o nível de prescrição da regra não induz diretamente uma prática. Com essa liberdade, a apresentação de uma proposta de estrutura de referência para o gerenciamento do risco durante intervenções no sistema de pista se faz oportuna, sendo o objetivo do artigo. A aplicação da proposta é ilustrada por meio de um cenário de realização de serviço de remoção de acúmulo de borracha. Fundamentada sobre o referencial de gerenciamento de risco proposto pela ICAO, a proposta traz um conjunto de atividades agrupáveis em etapas e relaciona os resultados esperados para cada uma das atividades

  5. Prevalência e fatores de risco da infecção humana por Toxocara canis em Salvador, Estado da Bahia

    OpenAIRE

    Rodrigo Fernandes de Souza; Vitor Camilo Cavalcanti Dattoli; Livia Ribeiro Mendonça; Joilson Ramos de Jesus; Tiana Baqueiro; Cláudia de Carvalho Santana; Nilza Maria Santos; Stella Maria Barrouin-Melo; Neuza Maria Alcantara-Neves

    2011-01-01

    INTRODUÇÃO: Larva migrans visceral é causada por Toxocara sp e nunca foi estudada na Bahia. Neste trabalho, investigou-se a prevalência e fatores de risco de infecção por Toxocara canis, em indivíduos de Salvador. MÉTODOS: Trezentos e trinta e oito indivíduos foram investigados para presença de anticorpos IgG séricos anti-T. canis. RESULTADOS: IgG anti-T. canis foi mais alta em indivíduos de classe social baixa com maior contato com cães e gatos, indicando que estas variáveis são fatores de r...

  6. Fatores de risco associados à lesão renal aguda em pacientes tratados com polimixina B em um hospital terciário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Fuchs Bahlis

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Introdução: O uso de polimixinas foi praticamente abandonado nos anos 1970 devido as altas taxas de nefropatia. Entretanto, foram reintroduzidas na prática médica devido a sua ação contra bactérias gram negativas resistentes a carbapenemicos. A literatura recente sugere uma taxa de nefropatia mais baixa do que a historicamente reportada. Objetivo: Determinar a incidência de nefropatia associada ao uso de polimixina utilizando os critérios de RIFLE. Métodos: Foi realizada coorte retrospectiva de todos pacientes adultos que receberam polimixina B no Hospital Nossa Senhora da Conceição de dezembro de 2010 até março de 2011. Resultados: 61 pacientes (43% preencheram os critérios de rifle para injúria renal e 28 (13,7% necessitaram de diálise. Preditores independentes para nefrotoxicidade foram hipotensão (OR, 2.79; CI 1.14-5.8; p = 0.006 e uso concomitante de vancomicina (OR, 2.86; CI, 1.27-6.4; p = 0.011. Conclusão: Nessa coorte retrospectiva, nefrotoxicidade (definida pelos criterios de RIFLE ocorreu em 43% dos pacientes tratados com polimixina B. O uso concomitante de vancomicina e hipotensão foram fatores de risco independentes para desenvolvimento de nefropatia. Mais estudos são necessarios, particularmente com polimixina B, para esclarecer se as caracteristicas dessa droga e da colistina são sobreponíveis.

  7. Risco e segurança sanitária: análise do reprocessamento de produtos médicos em hospitais de Salvador, BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Auxiliadora Magalhães Costa

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar condições técnicas do reprocessamento de produtos médicos em hospitais. MÉTODOS: Estudo descritivo de casos múltiplos em centros de material e esterilização de quatro hospitais da cidade de Salvador, BA, em 2010. Foram realizadas entrevista semiestruturada e observação direta, com base em modelo regulatório de reprocessamento de produtos médicos elaborado com a técnica de Conferência de Consenso como padrão de referência. As categorias analíticas utilizadas neste estudo foram: gerenciamento da prática de reprocessamento de produtos médicos, protocolos de reprocessamento, monitoramento do processo de esterilização e rastreabilidade de produtos. Essas categorias foram pontuadas segundo sua conformidade com o modelo regulatório de reprocessamento utilizado. RESULTADOS: Observou-se inadequação generalizada das condições técnicas de reprocessamento de produtos médicos, das condições estruturais dos centros de material e esterilização estudados e das condições dos processos de trabalho, além de dificuldades organizacionais e gerenciais que interferiram nas práticas analisadas. CONCLUSÕES: As práticas de reprocessamento dos produtos médicos nos hospitais analisados configuram risco para os pacientes usuários. É necessária a adoção de um sistema de gerenciamento de risco nesses hospitais e de maior controle sanitário pelo Estado, a fim de proteger a saúde dos pacientes.

  8. VEÍCULO TERRESTRE NÃO TRIPULADO COMO EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO NOS LEVANTAMENTOS TOPOGRÁFICOS EM ÁREAS DE RISCO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raul Marques Pereira Friedmann

    2013-08-01

    Full Text Available Este estudo analisou a possibilidade de adaptar um sistema de levantamentos semi-autônomo composto por uma estação total robotizada e um veículo terrestre não tripulado a fim de reduzir a presença humana sobre amontoados de rejeitos durante o processo de medição dos respectivos volumes. A área de levantamentos topográficos abrange uma ampla variedade de métodos que podem ser empregados em diversos ambientes, entre eles, o controle dos riscos ocupacionais e dos agentes de risco inerentes a cada situação. A indústria de mineração gera, usualmente, grandes quantidades de rejeitos que são amontoados em áreas específicas antes da medição de volume, remoção e transporte para áreas de disposição final. Em geral, a medição do volume exige ocupar uma grande quantidade de pontos na superfície dos amontoados e dependendo da composição do minério, é recomendável minimizar ou mesmo eliminar a presença de trabalhadores sobre eles. No caso específico da mineração de chumbo, o caráter neurotóxico dos compostos ainda presente nos rejeitos, mesmo que em quantidades de traços, reforça a necessidade de proteção.

  9. A melanoma risk score in a Brazilian population Um escore de risco para melanoma em uma população brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucio Bakos

    2013-04-01

    Full Text Available BACKGROUND: Important risk factors for cutaneous melanoma (CM are recognized, but standardized scores for individual assessment must still be developed. OBJECTIVES: The objective of this study was to develop a risk score of CM for a Brazilian sample. METHODS: To verify the estimates of the main risk factors for melanoma, derived from a meta-analysis (Italian-based study, and externally validate them in a population in southern Brazil by means of a case-control study. A total of 117 individuals were evaluated. Different models were constructed combining the summary coefficients of different risk factors, derived from the meta-analysis, multiplied by the corresponding category of each variable for each participant according to a mathematical expression. RESULTS: the variable that best predicted the risk of CM in the studied population was hair color (AUC: 0.71; 95% CI: 0.62-0.79. Other important factors were freckles, sunburn episodes, and skin and eye color. Consideration of other variables such as common nevi, elastosis, family history, and premalignant lesions did not improve the predictive ability of the models. CONCLUSION: The discriminating capacity of the proposed model proved to be superior or comparable to that of previous risk models proposed for CM. FUNDAMENTOS: importantes fatores de risco para melanoma cutâneo são reconhecidos, mas escores padronizados para avaliação individual ainda precisam ser elaborados. OBJETIVOS: o objetivo deste estudo foi desenvolver um escore de risco de melanoma cutâneo para uma amostra brasileira. MÉTODOS: verificar as estimativas dos principais fatores de risco para melanoma, derivado de uma meta-análise (estudo de base italiano e, externamente, validar em uma população do sul do Brasil por um estudo caso-controle. Um total de 117 indivíduos foram avaliados. RESULTADOS: a variável com maior poder preditivo para o risco de melanoma cutâneo na população estudada foi a cor do cabelo (AUC: 0

  10. Técnicas de Big Data e Projeção de Risco de Mercado utilizando Dados em Alta Frequência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcides Carlos Araújo

    2016-12-01

    Full Text Available De acordo com White (2012, o mundo passa por um período denominado de “Era dos Dados”, em que o “universo digital” poderá ter um tamanho de 44 zetabytes em 2020. Um dos fatores para o crescimento do número de dados são as operações em alta frequência em bolsas de valores, estas cresceram significativamente nos últimos anos. Neste contexto, torna-se difícil mensurar a volatilidade durante o dia devido à quantidade de negociações em tempo real. Neste caso, deve-se calcular adequadamente as medidas de volatilidade para que realmente o risco seja percebido pelo operador. O objetivo deste artigo é apresentar uma metodologia para obter a volatilidade futura a partir da extração dos dados e do cálculo da volatilidade por meio de técnicas de Big Data. Para atender o objetivo foram analisadas todas as ações existentes no banco de dados da BOVESPA. Neste artigo, foram selecionadas as 10 ações mais negociadas no período entre os anos de 2012 a 2014 para apresentação dos resultados. Na primeira fase, desenvolveram-se as funções para tratamento dos dados e estimação das medidas de risco utilizando-se da linguagem de programação Python. Na segunda fase utilizou-se o Apache Hadoop e o MapReduce (com o Hadoop Streaming para o cálculo distribuído da estimação do modelo de volatilidade. Para estimar a Volatilidade Percebida foram utilizadas séries de preços ponderados pelo volume no intervalo de 5 minutos. Como método de projeção foi utilizado o modelo HAR-RV, proposto em Corsi (2003. Como resultados, foram desenvolvidas implementações em Python para estimação da Volatilidade Percebida e implementações em Apache Hadoop e MapReduce (com o Hadoop Streaming para projeção da Volatilidade. Os resultados das estimativas e projeções ocorreram conforme esperado pela literatura.

  11. Hipertensão arterial e sua correlação com alguns fatores de risco em cidade brasileira de pequeno porte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Miquetichuc Nogueira Nascente

    2010-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A hipertensão arterial (HA é um problema de saúde que atinge um grande número de hipertensos não diagnosticados ou não tratados adequadamente e que possui um alto índice de abandono ao tratamento. OBJETIVO: Estimar a prevalência da HA e sua correlação com alguns fatores de risco cardiovasculares na população adulta de Firminópolis-GO. MÉTODOS: Estudo descritivo, observacional e transversal com base populacional, amostra aleatória simples (> 18 anos: questionários padronizados com medidas de pressão arterial (critério de HA > 140 x 90 mmHg, peso, altura, índice de massa corporal (IMC e circunferência da cintura (CC. Dados armazenados (Microsoft Acess e analisados pelo Epi-info. RESULTADOS: Investigados 1.168 indivíduos, com predomínio de mulheres. Sexo feminino - 63,2% com média de idade entre 43,2 ± 14,9 anos. Prevalência de sobrepeso em 33,7% e obesidade em 16,0% dos indivíduos. Prevalência de CC alterada em 51,8% e de tabagismo em 23,2%. Sedentarismo no trabalho e no lazer presente em 67,6% e em 64,8% dos indivíduos, respectivamente, com proporção maior entre as mulheres. Etilismo em 33,3% da amostra. A prevalência de HA foi de 32,7%, em maior número entre os homens (35,8% do que entre as mulheres (30,9%. Encontrada correlação positiva da HA com IMC, CC e faixa etária. Correlação negativa de HA e escolaridade, com 18,2% de hipertensos com nove anos ou mais de estudo. CONCLUSÃO: Encontrada alta prevalência de HA, excesso de peso e CC. O sexo feminino representou fator de proteção para o risco de HA. Encontradas correlação positiva da HA com IMC, CC, e faixa etária e correlação negativa com escolaridade.

  12. Risco de suicídio em pacientes em hemodiálise: evolução e mortalidade em três anos Risk of suicide in hemodyalisis patient: evolution and mortality in three years

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jose A. Moura Junior

    2008-01-01

    Full Text Available A morte por suicídio em pacientes portadores de insuficiência renal crônica (IRC em diálise tem sido reportada há décadas. No Brasil, raros são os estudos que têm mensurado sua prevalência, evolução e mortalidade. OBJETIVO: Identificar a presença de risco de suicídio, em duas unidades de diálise e analisar a evolução e a mortalidade por três anos. MÉTODO: O MINI foi utilizado em três etapas. Foram obtidas as freqüências do transtorno e sua evolução foi acompanhada. A curva de Kaplan-Meier e a regressão de Cox foram aplicadas para estudar a mortalidade. RESULTADOS: Participaram 244 pacientes na primeira etapa, 200, na segunda etapa e 110, na terceira etapa. O risco de suicídio foi diagnosticado em 40 pacientes na primeira etapa, 49, na segunda etapa e sete na terceira etapa. Da primeira para a segunda etapa, nove pacientes morreram, 29 continuaram e 20 outros pacientes passaram a apresentar a condição. Da segunda para a terceira etapa, 13 deles morreram, sete continuaram a apresentar e 29 evoluíram para outro transtorno. A incidência de óbitos naqueles sem o transtorno foi de 3,35 e naqueles com risco de suicídio, 9,91 (RR = 2,87; IC 95% [1,69-4,87]. CONCLUSÕES: O risco de suicídio teve alta prevalência, e a mortalidade associada a esta condição é elevada.Risk of suicide is associated with high rates of death in chronic hemodialysis patients. In Brazil only few studies have measured your prevalence, evolution and mortality. OBJECTIVE: Study the prevalence, evolution and mortality of risk of suicide in two nephrology units for three years. METHODS: The Mini was used in three moments. Frequency and evolution of Risk of Suicide was analyzed. Kaplan-Meier Curve and Cox Regression was used to study the mortality. RESULTS: 244 patients in 1st step, 200 in 2nd and 110 in 3rd. Risk of suicide was diagnosticated in 40 in 1st, 49 in 2nd and seven in 3rd period. Between the 1st and 2nd period, nine patients death, 29

  13. Vínculos iniciais e desenvolvimento infantil: abordagem teórica em situação de nascimento de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evanisa Helena Maio de Brum

    Full Text Available O presente artigo traz considerações sobre o desenvolvimento nos primeiros anos de vida da criança, contrapondo pontos importantes na teoria psicanalítica e na teoria das relações objetais, bem como enfocando autores da contemporaneidade. São abordados aspectos como a importância das primeiras relações, um breve histórico das práticas de cuidados neonatais e a interação mãe-bebê em situações de nascimento de risco, especialmente em casos de nascimento pré-termo. Nestas situações, os processos de formação dos vínculos iniciais e do apego podem apresentar dificuldades. Assim, faz-se uma reflexão sobre possíveis intervenções de promoção e prevenção em saúde coletiva dirigida às famílias que estão com seus filhos internados em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, buscando uma melhor qualidade de vida para os envolvidos neste processo. Formulações que possam vir a prevenir o surgimento de transtornos gerais do desenvolvimento são mencionadas, sugerindo-se que derivem em questões a serem discutidas no âmbito da Saúde Coletiva.

  14. Revisao de 15 casos submetidos a oclusao temporaria bilateral de arteria iliaca interna em pacientes com alto risco para hemorragia obstetrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Krutman

    2013-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os resultados de 15 pacientes com elevado risco de sangramento obstétrico, submetidas ao implante de catéteres balão profilático para oclusão temporária das artérias hipogástricas. MÉTODOS: Uma análise retrospectiva foi realizada com base em prontuários de 15 pacientes submetidas ao implante de catéteres balão profilático, de janeiro/2008 a dezembro/2011. Todas as pacientes incluídas no estudo foram diagnosticadas no período antenatal com doença placentária associada a alto risco de hemorragia obstétrica. RESULTADOS: A média de idade das pacientes estudadas foi de 36 anos (32-42 anos. Nove pacientes eram portadoras de acretismo placentário, quatro possuíam placenta prévia, uma estava com gestação ectópica e uma apresentava miomatose uterina e coagulopatia associada a Lupus Eritematosos Sistêmico. O volume total de contraste utilizado para o procedimento variou entre 20 e 160 ml (média de 84 ml. A média do número total de dias de internação e o número de dias de internação após o procedimento foram, respectivamente, 12,4 e 4,9 dias. Em oito (53% casos, não houve necessidade de transfusão sanguínea no intraoperatório ou após a cirurgia. A média do número de unidades de sangue transfundida foi 2,06. A única complicação associada ao procedimento foi a trombose arterial de artéria ilíaca externa, observada em dois casos. CONCLUSÃO: A oclusão temporária de artérias hipogástricas é um método seguro e efetivo para controle de hemorragia em pacientes com elevado risco de sangramento obstétrico, quando realizado por equipe experiente. Os resultados deste estudo são observacionais, retrospectivos e não randomizados; portanto, não podemos apoiar o uso rotineiro dessa técnica, mas podemos incluí-la no arsenal de recursos para casos selecionados com potencial para sangramento.

  15. Alterações climáticas, sociais e políticas em Portugal: processos de governança num litoral em risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luísa Schmidt

    2012-04-01

    Full Text Available O litoral português é um dos mais ameaçados pela erosão costeira na Europa, um fenômeno que deverá ser agravado pelas alterações climáticas, devido à subida do nível médio do mar e à alteração do regime das ondas na costa atlântica. A par desta fragilidade física, a zona costeira tem sido palco de uma acelerada pressão urbana e turística, que em Portugal se acentuou a partir dos anos 60. Este fenômeno gera uma condição de fragilidade social, que se vem associar a uma fragilidade política resultante da incapacidade do Estado para enfrentar com consistência a gestão do litoral. A principal resposta aos problemas do litoral tem sido o investimento em estruturas pesadas fortemente apoiado por fundos comunitários. Apesar deste tipo de investimento estar cada vez mais comprometido, devido à recessão económica e à perspetiva de redução dos fundos europeus. Partindo de três estudos de caso, a Norte, Centro e Sul, neste artigo abordamos a atual condição social da perceção do risco em três zonas instáveis do litoral português, nas quais foram instalados núcleos urbanos com forte motivação turística: Vagueira, Costa da Caparica e Quarteira. Apesar de terem em comum dinâmicas de crescimento recentes, estas zonas apresentam processos diferenciados de ocupação e erosão. O artigo aborda os três locais a partir da sua condição administrativa e dos efeitos das políticas públicas de ordenamento do litoral. E propõe uma reflexão sobre a necessidade de novos modelos institucionais de governança e de gestão costeira sustentáveis.The Portuguese coast is one of the most threatened by coastal erosion in Europe, a phenomenon that will be intensified by climate change, due to sea level rise and changes in the wave system in the Atlantic coast. Along with this physical fragility, the coast has witnessed an accelerated urban and tourist pressure, which increased in Portugal since the 60's. This phenomenon creates

  16. Fatores de risco cardiovasculares em adolescentes: indicadores biológicos e comportamentais Cardiovascular risk factors in adolescents: biological and behavioral indicators

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dartagnan Pinto Guedes

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Oferecer informações descritivas e investigar a extensão com que os fatores de risco para doenças cardiovasculares de natureza comportamental estão associados aos fatores de risco biológicos na população jovem. MÉTODOS: Amostra de 452 adolescentes (246 moças e 206 rapazes com idades entre 15 e 18 anos, selecionados de uma escola de ensino médio da cidade de Londrina, Paraná. Fatores de risco de natureza comportamental foram analisados mediante prática insuficiente de atividade física, ingestão excessiva de gorduras e de colesterol e uso de tabaco. Como indicadores dos fatores de risco biológicos recorreu-se ao sobrepeso, aos níveis elevados de pressão arterial e concentrações não-favoráveis de lipídios-lipoproteínas plasmáticas. RESULTADOS: Por volta de 20% das moças e 16% dos rapazes apresentaram pelo menos um fator de risco biológico para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. O sobrepeso se associou significativamente com a ingestão excessiva de gorduras, enquanto a pressão arterial elevada se relacionou com o estilo de vida sedentário e o uso de tabaco. A excessiva ingestão de gorduras e de colesterol indicou risco aumentado de concentrações indesejáveis de lipídios-lipoproteínas plasmáticas. Adolescentes fumantes tenderam a demonstrar risco de pressão arterial e de lipídios-lipoproteínas plasmáticas alterados duas vezes maior que não-fumantes. CONCLUSÃO: Os resultados reforçam a necessidade de que intervenções direcionadas à adoção de um estilo de vida saudável, incluindo prática regular de atividade física, padrões dietéticos adequados e abstenção ao uso de tabaco, deverão ser iniciadas em idades jovens.OBJECTIVE: To provide descriptive information and investigate to what extent behavioral risk factors for cardiovascular diseases are associated with biological risk factors in the young population. METHODS: The sample included 452 adolescents (246 girls and 206 boys

  17. Fatores de risco e complicações em hipertensos/diabéticos de uma regional sanitária do nordeste brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jênifa Cavalcante dos Santos

    2012-10-01

    Full Text Available Objetivou-se com este estudo identificar os fatores de risco e a complicações associadas em usuários com hipertensão/diabetes, cadastrados no HIPERDIA da Secretaria Executiva Regional VI em Fortaleza, CE. O estudo documental analítico abordou 2.691 pessoas. Do total, 73,6% eram mulheres; 44,6% tinham 60-79 anos, com média de 60,8 anos; 87,4% eram brancos, amarelos ou pardos; 63,7% tinham até oito anos de estudo; 79,7% não eram fumantes; 56,6% sedentários; 59,6% apresentavam sobrepeso/obesidade; 48,4% possuíam antecedente familiar de doença cardiovascular. Verificou-se associação entre sedentarismo e sobrepeso/obesidade com diabéticos e diabéticos hipertensos; antecedente familiar de doença cardiovascular com os hipertensos e diabéticos hipertensos; acidente vascular encefálico, doença arterial coronariana e insuficiência renal crônica com hipertensos e diabéticos hipertensos; infarto e acidente vascular encefálico com diabéticos. O antecedente familiar cardiovascular associou-se com doença arterial coronariana e infarto. Evidenciou-se a presença relevante de fatores de risco e complicações, destacando a necessidade da educação em saúde com os usuários.

  18. AVALIAÇÃO DO RISCO DE DESENVOLVIMENTO DE TRANSTORNOS ALIMENTARES EM ALUNAS DO ENSINO MÉDIO DE ESCOLAS PARTICULARES, ARACAJU - SE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARIA DE FáTIMA MELO SILVEIRA

    2009-09-01

    Full Text Available

    Os transtornos alimentares são quadros psiquiátricos caracterizados por uma grave perturbação do comportamento alimentar, sendo a Anorexia e Bulimia Nervosa os dois tipos principais, os quais afetam principalmente adolescentes femininas e adultas jovens. O objetivo do trabalho foi avaliar o risco de alunas do ensino médio em escolas particulares de Aracaju-SE de desenvolverem transtornos alimentares dos tipos Anorexia e Bulimia Nervosa. Utilizou-se um questionário autopreenchível (com validação primária em 320 alunas, de 14 a 18 anos de idade, que aceitaram responder às questões sobre comportamento alimentar, imagem corporal, entre outras. O risco de desenvolvimento de transtornos alimentares na população avaliada foi evidenciado por determinadas manifestações, como a prática de dietas (39,0%, uso de medicamentos para emagrecer (10,8%, consumo compulsivo excessivo de alimentos (40,7% e eventos bulímicos (7,8%. Tendo em vista que a insatisfação corporal é um dos fatores principais que modulam a gênese dos distúrbios alimentares, o desgosto pelo próprio corpo (40,3%, apresentado pelas alunas analisadas, revelou a possibilidade de desenvolverem Anorexia e Bulimia Nervosa. Os resultados indicam a substancial necessidade de prevenção desses transtornos por meio de folderes e palestras, além da capacitação de profissionais da saúde e professores de ensino médio para a detecção do problema.

  19. Associação entre risco de disfagia e risco nutricional em idosos internados em hospital universitário de Brasília Association between risk of dysphagia and nutritional risk in elderly inpatients at a univesity hospital of Brasília, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Rolim Vieira Maciel

    2008-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Investigar a associação entre o grau de risco de disfagia e o risco nutricional dos pacientes idosos internados na clínica médica do Hospital Universitário de Brasília. MÉTODOS: Estudo transversal, analítico, original, observacional, não-controlado, com amostra de conveniência e estratificada. Foram aplicados a Mini Avaliação Nutricional e o questionário de risco de disfagia em 49 pacientes idosos nas primeiras 48 horas após admissão na clínica médica, em setembro de 2006. RESULTADOS: A freqüência de idosos foi maior na faixa etária entre 60-74 anos 11meses (78%, com média de idade de 69 anos, sendo 41% mulheres e 59% homens. A proporção de risco de disfagia dos pacientes idosos foi de 69% e do estado nutricional inadequado de 71%, valor elevado principalmente entre as mulheres. Ambos os sexos se encontram em risco nutricional, masculino (20,5, Desvio-padrão - DP=5 e feminino (19, DP=6. O estudo mostrou que as mulheres apresentam uma tendência maior para risco de disfagia, porém os homens apresentam um quadro de maior gravidade (risco moderado. Foi encontrada uma correlação negativa moderada entre os valores de risco de disfagia e seus respectivos scores da Mini Avaliação Nutricional. CONCLUSÃO: Foi verificado neste estudo que os idosos apresentam dois agravantes de sua qualidade de vida: estado nutricional e disfagia, que podem ser agudizados na internação hospitalar.OBJECTIVES: This study aimed to verify the association between the degree of risk of dysphagia and nutritional risk of elderly inpatients at the medical clinic of Brasília´s University Hospital. METHODS: This is a cross-sectional, analytic, original, observational, uncontrolled study with convenience and stratified sample. The Mini Nutritional Assessment and a questionnaire to assess risk of dysphagia were administered to 49 elderly patients within the first 48 hours after admission to the medical clinic, in September 2006. RESULTS

  20. Instituições de atendimento socioeducativo à adolescentes em situação de risco do Distrito Federal: panorama e perspectivas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alves, Paola Biasoli

    2007-01-01

    Full Text Available Apresenta-se o perfil das instituições de atendimento a crianças e adolescentes em situação de risco psicossocial em Ceilândia e Taguatinga. Foram pesquisadas vinte e uma instituições por meio da aplicação de um roteiro de entrevista estruturado com diretores/coordenadores. Evidenciou-se que: a as instituições atendem as crianças e adolescentes, sem trabalhos específicos para suas famílias ou comunidades; b 71% delas funciona na perspectiva filatrópica religiosa; c busca-se o alcance da promoção da cidadania, o cuidado profissionalizante e o apoio sócio-educativo, contudo, não há projetos pedagógicos específicos; d a atuação baseia-se em valores tradicionais, dificultando a compreensão contextual da realidade vivida pelos usuários e suas famílias. Conclui-se a necessidade do comprometimento social e político, bem como com a formação continuada dos técnicos e educadores envolvidos nas atividades institucionais, a sensibilização da comunidade em que as instituições atuam, assim como a busca incessante por parcerias que ofereçam sustentabilidade econômica e humana aos projetos desejados

  1. A Heurística da Ancoragem e a Tomada de Decisão sob Risco em Investimentos Imobiliários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Dorow

    2010-12-01

    Full Text Available As Finanças Modernas, com base nos pressupostos da Teoria da Utilidade Esperada (TUE, defendem a racionalidade dos agentes econômicos, observando que as pessoas ao tomarem decisões de investimentos arriscadas apresentam aversão ao risco. Assim, este artigo buscou investigar qual o efeito da heurística da Ancoragem em estimativas numéricas sob a perspectiva da avaliação em investimentos imobiliários. O estudo é baseado em um quase experimento realizado por meio de testes estatísticos quantitativos analíticos; a pesquisa é positivista, descritiva e utiliza fonte primária e secundária de dados. Como resultados, destacam-se: os cálculos dos IA – índice de ancoragem – que mostraram que os efeitos da ancoragem em investimentos imobiliários são notórios; contudo, devem ser analisados com cautela; o teste de correlação mostrou que mesmo um valor arbitrário pode influenciar as estimativas numéricas de pessoas quando avaliam investimentos e que a ancoragem não é restrita a respostas numéricas.

  2. Young people at ultra high risk for psychosis: research from the PACE clinic Jovens em risco ultra alto de psicose: pesquisa na clínica PACE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alison R. Yung

    2011-10-01

    Full Text Available Over the last fifteen years, attempts have been made to prospectively identify individuals in the prodromal phase of schizophrenia and other psychotic disorders. The ultra high risk approach, based on a combination of known trait and state risk factors, has been the main strategy used. The validation of the ultra high risk criteria allowed for predictive research in this population in an attempt to identify clinical, neurocognitive and neurobiological risk factors for psychosis onset. It also led to a series of intervention studies in this population, which have included the use of low dose antipsychotic medication, cognitive therapy, and omega-3 fatty acids. Although there is moderate evidence for the effectiveness of specific intervention strategies in this population, the most effective type and duration of intervention is yet to be determined. A current controversy in the field is whether to include an adaption of the ultra high risk criteria (the attenuated psychosis syndrome in the next version of the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (Fifth Edition.Nos últimos quinze anos, foram feitas tentativas para identificar prospectivamente indivíduos na fase prodrômica de esquizofrenia e outros transtornos psicóticos. A abordagem de risco ultra alto, baseada na combinação de fatores conhecidos de risco de traço e estado, tem sido a principal estratégia utilizada. A validação dos critérios de risco ultra alto levou em conta a pesquisa preditiva nessa população, em uma tentativa de identificar fatores de risco clínicos, neurocognitivos e neurobiológicos para o início de psicose. Também levou a uma série de estudos de intervenção nessa população, que incluíram o uso de medicação antipsicótica em baixa dose, terapia cognitiva e ácidos graxos ômega-3. Ainda que existam evidências razoáveis sobre a eficácia de estratégias de intervenção específicas nessa população, o tipo mais efetivo e sua dura

  3. FATORES DE RISCO PARA DOENÇA CARDIOVASCULAR E AVALIAÇÃO QUALITATIVA DA ALIMENTAÇÃO EM UNIVERSITÁRIOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Romão Nogueira

    2016-03-01

    Full Text Available O consumo de alimentos ricos em carboidratos refinados, colesterol, pobres em fibras alimentares e com elevados teores de gorduras saturadas e trans aumentam o risco de desenvolvimento de DCVs. Por outro lado, a ingestão de carnes magras, frutas, verduras, legumes e alimentos integrais possui efeito protetor contra o processo aterosclerótico; por isso, é importante adequar a qualidade da alimentação para prevenir o risco cardiovascular. Portanto, os objetivos deste trabalho são: avaliar o consumo alimentar dos universitários e avaliar o acúmulo de gordura abdominal. Trata-se de estudo transversal, com universitários do município de São Paulo. A coleta de dados foi realizada por meio de um questionário que abordou dados pessoais, hábitos de vida, dados antropométricos referidos (altura e peso, circunferência de abdômen e Questionário de Frequência Alimentar. Foram avaliados 62 universitários, sendo a maioria do sexo feminino, com idade entre 19 e 41 anos, solteiros, sedentários, não-fumantes e não consumidores de bebidas alcoólicas regularmente. Não possuem doenças crônicas, porém apresentam histórico familiar de HAS e Diabetes Mellitus. A amostra apresentou média de IMC de 22,2kg/m² e circunferência de cintura de 78,6 centímetros para as mulheres e 85,5 centímetros para os homens. Em relação ao consumo alimentar, os universitários apresentaram baixo consumo de leite desnatado, iogurte, peixes, frutos do mar, frutas, carne bovina frita, frango frito ou com pele, manteiga, margarina, refrigerantes, sucos artificiais, sanduíches, pizza e fast-food, bolos, bolachas, chocolates. Os universitários apresentaram poucos fatores de risco para DCVs: sedentarismo, baixo consumo de alimentos protetores e antecedentes familiares de doenças crônicas.

  4. Diagnóstico primário dos fatores de risco coronariano em idosos vinculados à estratégia saúde da família no interior do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Micheli Beatriz Radtke

    2016-10-01

    Full Text Available Objetivo: estimar a prevalência de fatores de risco de doença coronariana em idosos de um município no interior do Rio Grande do Sul. Método: para a realização do presente estudo, utilizou-se a tabela de risco coronariano proposta pela Michigan Heart Association. Realizou-se um estudo com abordagem epidemiológica, observacional e com delineamento transversal em uma amostra calculada de 115 idosos, de ambos os sexos, na faixa etária média de 69,86 ±7,7 anos. Os dados foram submetidos à análise descritiva, através da média, desvio padrão e identificação do percentual da ocorrência do risco relativo, além disso, foi realizado o teste Mann-Whitney e o teste t pareado para comparação do risco coronariano entre as unidades de saúde e a frequência na dieta alimentar de alimentos ricos em gorduras saturadas e sódio. Resultados: o risco coronariano médio obtido foi de 31,23 ± 5,3 pontos, classificado pela Michigan Heart Association, como risco moderado. Não houve alteração significativa entre os sexos e as localidades, indicando que o risco coronariano é alto em todo território avaliado. A população apresentou dieta aterogênica, com consumo elevado de gordura saturada e sódio. De acordo com a ordem de prevalência, os fatores mais encontrados foram: percentual de gordura saturada na dieta, hereditariedade, sobrepeso, pressão arterial, sedentarismo e tabagismo respectivamente. Considerações finais: foram evidenciados casos de alto risco, alertando para a necessidade da elaboração e inserção de políticas de promoção de saúde, a fim de minimizar as possibilidades de ocorrência de eventos coronarianos, sobretudo em uma população idosa.

  5. Fatores de risco para doenças cardiovasculares em profissionais de enfermagem: estratégias de promoção da saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Jorge Magalhães

    2014-06-01

    Full Text Available O estudo objetivou identificar os fatores de risco modificáveis e não modificáveis para doenças cardiovasculares presentes nos profissionais de enfermagem, e descrever estratégias de promoção da saúde para o controle e prevenção desses fatores. Estudo documental, quantitativo, realizado com 165 prontuários de profissionais de enfermagem de hospital público de Fortaleza-CE. A análise se deu por estatística descritiva com dados expostos em quadros e tabelas. Nos resultados perceberam-se fatores de risco como antecedentes familiares com hipertensão arterial (72,9%, sedentários (64,9%, peso elevado (56,4%, circunferência abdominal elevada (49,7%, dentre outros. Para estratégias de promoção da saúde podem-se citar: orientações educativas, encaminhamentos e acompanhamento dos dados clínicos. Acredita-se na necessidade de atenção especial para tais profissionais, já que vivenciam uma profissão estressante, enfrentando problemas como insatisfação profissional, falta de reconhecimento financeiro e algumas doenças ocupacionais, o que pode prejudicar a qualidade de vida e dificultar o autocuidado.

  6. O Trabalho do bibliotecário e os riscos potenciais a sua saúde integral: considerações em torno do campo da ergonomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco das Chagas de Souza

    2007-06-01

    Full Text Available O presente artigo traz uma reflexão em torno da percepção do ambiente de trabalho da pessoa que exerce os encargos de bibliotecário como um locus produtor potencial de riscos à sua saúde integral, o que coloca o tema no eixo de discussão da Ergonomia. A partir dessa podem-se analisar as possibilidades de ajuste do ambiente e das condições físicas, sociais e de gestão que venham a propiciar não só a prevenção, mas a possível eliminação desses riscos naquele ambiente. Como referência para essa reflexão, caberia introduzir o conceito de saúde, conforme a perspectiva da Organização Mundial de Saúde (OMS, e o de Integralidade, que é uma das diretrizes da legislação brasileira que criou o Sistema Único de Saúde (SUS e, ao final, apontar a relação disso com a ética profissional.

  7. Combinação de fatores de risco relacionados à síndrome metabólica em militares da Marinha do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Ferreira da Costa

    2011-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: As doenças cardiovasculares representam a principal causa de morte na população, e a síndrome metabólica (SM é uma condição clínica significativamente associada ao aumento da morbimortalidade. OBJETIVO: Descrever o padrão de combinação dos fatores de risco relacionados ao diagnóstico de SM em militares da Marinha do Brasil e identificar eventuais variáveis associadas à presença da referida síndrome nessa população. MÉTODOS: Estudo transversal envolvendo 1.383 homens (18-62 anos lotados nas organizações militares da Grande Natal-RN. O critério utilizado para diagnóstico de SM foi o proposto pela International Diabetes Association. A razão entre a prevalência observada e a esperada e os respectivos intervalos de confiança foram utilizados para identificar as combinações de fatores de risco que excediam o esperado para a população. A análise de regressão logística foi utilizada para identificar variáveis associadas à SM. RESULTADOS: A prevalência de SM foi de 17,6%. Aproximadamente um terço dos militares apresentou dois ou mais fatores de risco para SM. Todas as combinações específicas dos fatores de risco para SM que excederam a prevalência esperada apresentaram a obesidade abdominal como um de seus componentes. Nas análises ajustadas, idade, tabagismo e nível de atividade física mantiveram-se associados à SM. CONCLUSÃO: Nossos achados reforçam a constante presença da obesidade abdominal no fenótipo da SM. Além disso, nossos dados também suportam a ideia de que idade, tabagismo e baixo nível de atividade física são variáveis independentes para a ocorrência de SM.

  8. Critical notes on microbiological risk assessment of food Avaliação de risco microbiológico em alimentos: avaliação crítica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martine W. Reij

    2000-03-01

    Full Text Available Although numerous papers on Microbiological Risk Assessment (MRA of food products have been published, a number of issues related to it remain unresolved. This paper explains the role of Microbiological Risk Assessment in the context of Risk Analysis as outlined by Codex Alimentarius. It reviews some representative work in the area, with particular emphasis on the objectives, outputs and conclusions of the studies, and on how researchers propose using the resulting Risk Estimate for decision making. Several problems and sources of confusion concerning MRA are identified, such as terminology, the application of Risk Estimates to establish Food Safety Objectives and microbiological criteria for foods, lack of data, and the difference between Risk Assessment and the Hazard Analysis and Critical Control Point system (HACCP. In the context of Codex Alimentarius, MRA was developed as a tool for decision making and priority setting by government risk managers. However, elements of Risk Assessment can be used for other purposes. A transparent description of a Risk Assessment study is useful for Risk Communication. Industrial food safety managers can compare the effect of various hypothetical production scenarios using estimates of the level and the probability of a pathogen in the product at the time that it is consumed. This limited form of Risk Assessment could better be called Safety Assessment, and can be used as a tool for food product and process development.Embora inúmeros artigos já tenham sido publicados sobre Avaliação de Risco Microbiológico em alimentos, vários aspectos relacionados ao assunto continuam incompletos. O presente artigo explica o papel da Avaliação de Risco Microbiológico no contexto da Análise de Risco, segundo o Codex Alimentarius. Este trabalho revê alguns artigos representativos na área, com particular ênfase nos objetivos, resultados e conclusões dos estudos, e em como os pesquisadores usam os resultados do

  9. Efeitos auditivos decorrentes da exposição ocupacional ao ruído em trabalhadores de marmorarias no Distrito Federal Effects on hearing due to the occupational noise exposure of marble industry workers in the Federal District, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marília Rabelo Holanda Camarano Harger

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência de perdas auditivas, bem como sua classificação quanto ao grau e tipo, em trabalhadores do setor de produção de marmorarias no Distrito Federal. MÉTODOS: Trata-se de um estudo epidemiológico analítico transversal, avaliando os trabalhadores de oito marmorarias. Os trabalhadores foram submetidos à meatoscopia e audiometria de triagem (via aérea, sendo que aqueles com exames alterados fizeram uma audiometria tonal via aérea/óssea e logoaudiometria, em audiômetro modelo AD28, Interacoustics. RESULTADOS: Foram avaliados 152 trabalhadores com mediana e moda de 30 anos e média de tempo de exposição ocupacional ao ruído de 8,3 anos ± 6,8. Das audiometrias avaliadas, 48% apresentaram algum tipo de perda auditiva. Dentre os alterados, 50% apresentaram audiogramas compatíveis com perda auditiva induzida pelo ruído (PAIR e 41% com início de PAIR. Entre os trabalhadores com PAIR, 57,1% apresentaram alteração bilateral, 17,1% em orelha direita e 25,7% em orelha esquerda. Entre aqueles com início de PAIR, 13,9% foram bilaterais, 19,4% em orelha direita e 66,7% em orelha esquerda. CONCLUSÃO: A prevalência de dano auditivo foi de 48% da amostra avaliada, com maior grau de perda auditiva na freqüência de 6000 Hz, tendo sido esta a primeira a ser atingida, particularmente em orelha esquerda.OBJECTIVE: To evaluate the prevalence of hearing loss, its degree and type, among workers in the marble industry in the Brazilian Federal District (FD. METHOD: Workers from eight marble industries in the FD were evaluated by means of a cross sectional epidemiological study. An audiometry screening test (air conduction was performed. Workers with hearing loss were submitted to liminal tonal audiometry air & bone conduction and speech audiometry tests using an audiometer AD-28 (Interacoustics. All subjects studied were submitted to a visual inspection of the external acoustic meatus. RESULTS: One hundred and fifty two

  10. Risk factors for sudden infant death syndrome in a developing country Fatores de risco para síndrome da morte súbita do lactente em um país em desenvolvimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Silveira Pinho

    2008-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To analyze whether previously identified risk factors for sudden death syndrome have a significant impact in a developing country. METHODS: Retrospective longitudinal case-control study carried out in Porto Alegre, Southern Brazil. Cases (N=39 were infants born between 1996 and 2000 who died suddenly and unexpectedly at home during sleep and were diagnosed with sudden death syndrome. Controls (N=117 were infants matched by age and sex who died in hospitals due to other conditions. Data were collected from postmortem examination records and questionnaires answers. A conditional logistic model was used to identify factors associated with the outcome. RESULTS: Mean age at death of cases was 3.2 months. The frequencies of infants regarding gestational age, breastfeeding and regular medical visits were similar in both groups. Sleeping position for most cases and controls was the lateral one. Supine sleeping position was found for few infants in both groups. Maternal variables, age below 20 years (OR=2, 95% CI: 1.1; 5.1 and smoking of more than 10 cigarettes per day during pregnancy (OR=3, 95% CI: 1.3; 6.4, significantly increased the risk for the syndrome. Socioeconomic characteristics were similar in both groups and did not affect risk. CONCLUSIONS: Infant-maternal and socioeconomic profiles of cases in a developing country closely resembled the profile described in the literature, and risk factors were similar as well. However, individual characteristics were identified as risks in the population studied, such as smoking during pregnancy and maternal age below 20 years.OBJETIVO: Analisar se fatores de risco previamente identificados para a síndrome da morte súbita do lactente têm impacto significativo em um país em desenvolvimento. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, longitudinal, de caso-controle pareado realizado em Porto Alegre, RS. Os casos (N=39 foram lactentes nascidos entre 1996 e 2000 que morreram subitamente e inesperadamente em

  11. Estimativa do risco para diabetes mellitus tipo 2 em bancários da cidade de Tubarão, estado de Santa Catarina, Brasil = Assessing the risk for type 2 diabetes mellitus in bank employees from the city of Tubarao, Santa Catarina state, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bittencourt, Amanda

    2013-01-01

    Conclusões: Os bancários da cidade de Tubarão apresentam risco de desenvolver diabetes mellitus tipo 2 em 10 anos e esse risco tende a aumentar quanto maior o tempo nesta profissão. Medidas preventivas são necessárias para melhora da qualidade de vida desses funcionários, bem como redução do risco de desenvolvimento de diabetes mellitus tipo 2

  12. Câncer gástrico: fatores de risco em clientes atendidos nos serviços de atenção terciária em um município do interior paulista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teixeira Jesislei Bonolo do Amaral

    2003-01-01

    Full Text Available Realizamos o presente estudo com clientes com diagnóstico de câncer gástrico e submetidos a cirurgia, com o objetivo de identificar a exposição aos fatores de risco para a doença. Foram sujeitos do estudo 24 clientes que concordaram em participar através da assinatura do termo de consentimento livre, respondendo a um instrumento semi-estruturado, elaborado segundo a perspectiva do Campo de Saúde. A análise dos dados possibilitou identificar que 50,1% apontaram como fatores responsáveis dieta inadequada, tabagismo, etilismo e problemas psicológicos. Dentre o consumo de alimentos considerados de risco, encontramos tendência de maior consumo de enlatados, embutidos, defumados, churrasco e frituras, além de indicação de dietas com alto teor de sódio. Fumantes foram encontrados 66,7% ou que já fumaram e 70,8% indicaram consumo de bebida alcoólica, preferencialmente cerveja e destilados. Esses dados indicam a necessidade de implementação de programas educativos que visem o esclarecimento sobre os fatores de risco com vistas à promoção da saúde.

  13. Fatores de risco para injúrias acidentais em pré-escolares Risk factors for accidental injuries in preschool children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvia S. Fonseca

    2002-04-01

    Full Text Available Objetivo: medir os principais fatores de risco relacionados à ocorrência de injúrias acidentais, na faixa etária entre quatro e cinco anos de idade.Métodos: foi estudada uma coorte prospectiva de 620 crianças, na qual a ocorrência de acidentes e injúrias foi registrada em um diário, durante um período de um mês. Esta foi uma subamostra sistemática, proveniente da coorte de nascimentos de 1993, que ainda residiam na área urbana de Pelotas, RS. O desfecho em estudo foi o número de injúrias acidentais relatadas por criança-mês. A análise multivariada, utilizando Regressão de Poisson, foi usada para controlar fatores de confusão.Resultados: a incidência mensal de acidentes foi de 53,8%, e 48,4% das crianças sofreram pelo menos uma injúria acidental. As crianças do sexo masculino tiveram 30% mais de chances de se lesionarem do que aquelas do sexo feminino, e as crianças brancas tiveram um risco 70% maior do que as crianças não-brancas. Renda familiar, escolaridade dos pais e trabalho materno não se associaram à ocorrência de injúrias. Após ajuste para variáveis socioeconômicas e ambientais, as crianças que possuíam um ou mais irmãos menores apresentavam taxa 30% maior de injúrias acidentais. Crianças residentes em casa de tijolo apresentaram uma incidência de injúrias cerca de 40%superior. Conclusões: poucos fatores de risco modificáveis foram associados a um aumento na freqüência de injúrias acidentais. Destes fatores, a presença de crianças mais jovens em casa merece especial atenção, sendo necessário instruir os pais sobre o aumento no risco observado por ocasião do nascimento de um irmão menor.Objective: to measure the main risk factors associated with the occurrence of accidental injuries in children aged 4-5 years.Methods: the study included a prospective cohort of children whose parents filled in a diary recording accidents and injuries during a period of one-month. The children represented

  14. Conhecimentos e comportamentos de risco nos indivíduos adultos infectados com VIH, em relação à sexualidade

    OpenAIRE

    Costa, Odete Marisa dos Santos

    2009-01-01

    Este estudo tem como finalidade identificar os conhecimentos e comportamentos de risco dos indivíduos adultos infectados por VIH, em relação à sexualidade, de modo a promover o estabelecimento de medidas de prevenção de disseminação da doença. Os dados apresentados foram recolhidos através de um questionário aplicado a 253 indivíduos com infecção VIH/SIDA, numa faixa etária entre os 25 e os 50 anos de idade, que recorreram às consultas externas ou aos hospitais de dia de Infecc...

  15. Constitucionalismo, autonomismos e os riscos da "mal-entendida liberdade": a gestação do liberalismo moderado em Minas Gerais, de 1820 a 1822

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Rosa Cloclet da Silva

    2012-01-01

    Full Text Available O presente artigo analisa os impactos e a dinâmica da apropriação do constitucionalismo na província de Minas Gerais, entre 1820 e 1822. Para tanto, focaliza as duas ordens de prioridades que, na conjuntura da crise do Antigo Regime e de sua superação, orientaram as tendências e posturas políticas dos grupos locais: respectivamente, a preservação de antigas autonomias políticas e econômicas e dos mecanismos consagrados de reiteração das hierarquias sociais. No contexto da Independência, essas prioridades foram politizadas, direcionando a formação de uma postura liberal moderada em recusa aos dois extremos, supostamente capazes de ameaçá-las: o risco do despotismo e da anarquia, cujos significados busca-se qualificar neste artigo.

  16. Risco de quedas em idosos – influência da capacidade funcional, força muscular e composição corporal

    OpenAIRE

    Novo, André; Mendes, Eugénia; Preto, Leonel

    2011-01-01

    O processo normal de envelhecimento envolve a perda da capacidade funcional e declínio funcional, causado pela deterioração dos sistemas fisiológicos. O declínio da capacidade funcional, particularmente da capacidade física, que envolve redução dos níveis de força muscular, alteração da marcha e distúrbios do equilíbrio, são amplamente indicados pela literatura como factores de risco major para as quedas em idosos. As quedas são um sério problema de saúde pública: 32% das pessoas acima dos 65...

  17. Imagem corporal e comportamentos de risco para transtornos alimentares em bailarinos profissionais Body image and risk behavior for eating disorders in professional ballet dancers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lena Guimarães Ribeiro

    2010-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO E OBJETIVO: A grande preocupação com a aparência e a forma física e a constante pressão para manterem baixo peso corporal são fatores que levam a distorções da imagem corporal e tornam os bailarinos um grupo de risco para o desenvolvimento de transtornos alimentares (TA. O objetivo deste estudo foi avaliar a percepção da imagem corporal e sua associação com comportamentos de risco para TA em bailarinos profissionais. MÉTODOS: Foram estudados 61 bailarinos (39 mulheres e 22 homens de uma instituição representante da elite do balé clássico brasileiro. A avaliação dos comportamentos de risco para TA foi feita com base nas versões em português dos questionários Eating Attitudes Test (EAT-26 e Bulimic Investigatory Test Edinburgh (BITE. A Escala de Silhuetas de Stunkard foi utilizada para avaliação da percepção da imagem corporal. A associação entre as variáveis foi avaliada com base na razão de prevalência (RP e seus respectivos intervalos de confiança (IC de 95%. RESULTADOS: Trinta e um bailarinos (50,8% gostariam de ter a silhueta menor que a autopercebida como usual. A presença de comportamentos de risco para TA foi 2,71 vezes maior (IC 95% = 1,02 - 7,18 entre os que desejavam ter silhueta menor que a usual e 2,64 vezes maior (IC 95% = 1,20 - 5,80 entre aqueles que desejavam ter silhueta menor que a considerada mais saudável, quando comparados com os que estavam satisfeitos com a sua silhueta. CONCLUSÃO: A alta frequência de insatisfação com o corpo encontrada pode estar colaborando para ocorrência de comportamentos de risco para TA nos bailarinos investigados.INTRODUCTION AND OBJECTIVE: Great concern with physical appearance and fitness as well as constant pressure in maintaining low body weight make ballet dancers a risk group for the development of eating disorders (ED. The objective of the present study was to evaluate the body image perception and its association with risk behavior for ED

  18. Las denominaciones de las ocupaciones

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jesus Emilio Castañeda

    1990-04-01

    Full Text Available RESUMEN El propósito de este artículo, es mostrar al lector la forma como en nuestro ámbito existen diversos factores que han permitido la proliferación de maneras de llamar las ocupaciones. Aspectos regionales, la tradición, clases de organización, situaciones románticas, adjetivización de los cargos, peyorización  son entre otras razones que han generado  la creación de serie de sinónimos, de las ocupaciones, objeto de estudio de la sociologia del trabajo y de la administración de los recursos humanos.

  19. A deficiente informação aumenta os riscos dos pesticidas em Portugal The deficient information increase the pesticides risks in Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Amaro

    2010-12-01

    Full Text Available O risco do uso dos pesticidas agrícolas ser aceitável depende da adopção de rigorosas medidas de segurança definidas pela UE. Esta problemática, em Portugal, é muito preocupante em consequência de graves ilegalidades, como o não funcionamento da CATPF há 5 anos e da sistemática prática, a nível oficial (ex: DGPC/DGADR e Serviços de Avisos e das empresas de pesticidas, da política de esconder a informação essencial para: a selecção dos pesticidas menos perigosos; o conhecimento das indispensáveis medidas de mitigação do risco; e a adequada formação de técnicos e de agricultores.The pesticide risk could be acceptable if mitigation measures decided by EU are adopted. In Portugal that problematic is quite difficult in consequence of graves illegalities, as the CATPF 5 years not working and the systematic practice, at official level (ex: DGPC/DGADR and Warning Service and at pesticides suppliers, of a political to hide the information that is essential to: the pesticides selection of the less dangerous to human health and the environment; the knowledge of indispensable and appropriate measures to reduce those risks as much as possible; and the level of education and training of technicians and farmers.

  20. Caracterização epidemiológica e fatores de risco associados à leptospirose em ovinos deslanados do semiárido brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clebert J. Alves

    2012-06-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo determinar a prevalência de rebanhos ovinos positivos (focos e de animais soropositivos para leptospirose na região semiárida do Estado da Paraíba, bem como identificar fatores de risco. Foram colhidas amostras de sangue de 1.275 animais procedentes de 117 rebanhos em 19 municípios da mesorregião do Sertão, Estado da Paraíba. Para o diagnóstico sorológico da leptospirose foi utilizado o teste de soroaglutinação microscópica (SAM, com 24 sorovares de Leptospira spp. como antígenos. Um rebanho foi considerado positivo quando apresentou pelo menos um animal soropositivo. Das 117 propriedades utilizadas 33 (28,20% apresentaram pelo menos um animal soropositivo, e dos 1.275 animais 69 (5,41% foram soropositivos, com títulos variando de 100 a 3200. O sorovares reagentes foram Autumnalis (49,30%, Andamana (27,53%, Sentot (17,39%, Whitcomb (4,34% e Australis (1,44%. Possuir mais de 48 animais no rebanho (odds ratio = 2,26; IC 95% = 1,33 -5,07; p = 0,021 e participação em exposições (odds ratio = 9,05; IC 95% = 0,96 - 85,71; p = 0,055 foram identificados como fatores de risco. Sugere-se a necessidade de estudos acerca do isolamento do agente, da caracterização de sua patogenicidade e do seu impacto econômico nos rebanhos ovinos da região, bem como recomenda-se maior controle sanitário nas aglomerações de animais.

  1. Avaliação da incidência e fatores de risco da retenção de placenta em vacas mestiças leiteiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.M. Nobre

    2012-02-01

    Full Text Available Avaliaram-se a incidência, os fatores de risco e o impacto da retenção de placenta tanto no desempenho reprodutivo quanto no produtivo de vacas mestiças leiteiras, considerando-se: ano e época de parição, ordem de lactação, escore de condição corporal (ECC, duração da gestação, tipo de parto e número e sexo dos bezerros. Utilizaram-se primíparas e multíparas, com e sem retenção de placenta, na época de chuva e de seca, para estudar: período de serviço, número de doses de sêmen/concepção e produção de leite em até 305 dias e no pico da lactação. A incidência da retenção foi de 12,8%. Os fatores de risco da retenção de placenta foram: período de chuvas, ordem de lactação - segunda, terceira e acima da quarta -, ECC abaixo de 3,5 e acima de 4,0 - aborto, natimorto, prematuro, parto auxiliado e parto gemelar. Verificou-se aumento de 51,2 e 27,5 dias no período de serviço e aumento de 1,2 e 0,6 no número de doses de sêmen, em multíparas com retenção de placenta que pariram no período de chuva ou seca, respectivamente (P<0,05.

  2. Risco do uso do eletrocautério em pacientes portadores de adornos metálicos Risk of the use of electrocautery in patient with metallic ornaments

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Toledo Afonso

    2010-09-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A eletrocirurgia é tecnologia conhecida há longo tempo que, atualmente, tem adquirido cada vez mais destaque. Apesar disso, ainda apresenta vários riscos quanto à sua utilização. Várias lesões podem ser causadas por eletrocautérios, sendo as queimaduras a complicação mais frequente. Nem sempre existe a cooperção do paciente frente a medidas preventivas. MÉTODO: Revisão da literatura pertinente em função de questionamento jurídico de paciente que se negou a retirar seus ornamentos no início de procedimento cirúrgico, já estando ela na sala de operações. CONCLUSÃO: É essencial o conhecimento dos fundamentos da eletrocirurgia, seu uso correto, equipamento seguro, monitoramento constante e investigação imediata diante de quaisquer suspeitas, para minimizar o risco de acidentes em paciente com adornos metálicos, e a cooperação do paciente na obediência das medidas preventivas de acidentes deve ser obrigatória.INTRODUCTION: Electrosurgery technology is known in a long time ago, and has gained increasing prominence. Nevertheless, it still presents many risks as to its use. Several lesions can be caused by electrocautery, and burns are the most frequent complications. There is not always patient's cooperation regarding preventive measures. METHOD: Review of relevant literature on the basis of legal questioning of a patient who refused to remove their ornaments at the beginning of surgery, being already in the operating room. CONCLUSION: It is essential to have the knowledge of the fundamentals of electrosurgery, its correct use, safety equipment, constant monitoring and immediate investigation to minimize the risk of accidents in patients with metal ornaments, and patient cooperation in obeying the preventive measures of accidents should be mandatory.

  3. Terapia ocupacional en medicina paliativa

    OpenAIRE

    Nicora, Yamila

    2009-01-01

    Terapia ocupacional interviene en el tratamiento de pacientes desde muy temprana edad (recién nacidos) hasta ancianos con déficit en el desempeño de alguna o todas las áreas ocupacionales: - Actividades de la vida diaria (AVD) básicas y personales - AVDI (instrumentales) - Educación - Trabajo - Juego - Ocio - Participación Social Se tienen en cuenta las habilidades de desempeño (motoras, de procesamiento...

  4. Terapia ocupacional en medicina paliativa

    OpenAIRE

    Nicora, Yamila

    2009-01-01

    Terapia ocupacional interviene en el tratamiento de pacientes desde muy temprana edad (recién nacidos) hasta ancianos con déficit en el desempeño de alguna o todas las áreas ocupacionales: - Actividades de la vida diaria (AVD) básicas y personales - AVDI (instrumentales) - Educación - Trabajo - Juego - Ocio - Participación Social Se tienen en cuenta las habilidades de desempeño (motoras, de procesamiento...

  5. Relevância de exames de rotina em pacientes de baixo risco submetidos a cirurgias de pequeno e médio porte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle de Sousa Soares

    2013-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A avaliação pré-operatória tem como objetivos diminuir a morbimortalidade do paciente cirúrgico, o custo do atendimento perioperatório e a ansiedade pré-operatória. A partir da avaliação clínica deve-se definir a necessidade de exames complementares e estratégias para reduzir o risco anestésico-cirúrgico. O objetivo deste trabalho foi avaliar o benefício de exames de rotina pré-operatório de pacientes de baixo risco em cirurgias de pequeno e médio porte. MÉTODOS: Trata-se de um estudo descritivo, transversal, com 800 pacientes atendidos no consultório de avaliação pré-anestésica do Hospital Santo Antonio, Salvador, BA. Foram incluídos pacientes de 1 a 45 anos, estado físico ASA I, que seriam submetidos a cirurgias eletivas de pequeno e médio porte. Avaliaram-se alterações no hemograma, coagulograma, eletrocardiograma, RX de tórax, glicemia, função renal e dosagem de sódio e potássio e as eventuais mudanças de conduta que ocorreram decorrentes dessas alterações. RESULTADOS: Dos 800 pacientes avaliados, 97,5% fizeram hemograma, 89% coagulograma, 74,1% eletrocardiograma, 62% RX de tórax, 68% glicemia de jejum, 55,7% dosagens séricas de ureia e creatinina e 10,1% dosagens de sódio e potássio séricos. Desses 700 pacientes, 68 (9,71% apresentaram alteração nos exames pré-operatórios de rotina e apenas 10 (14,7% dos considerados alterados tiveram conduta pré-operatória modificada, ou seja, solicitação de novos exames, interconsulta ou adiamento do procedimento. Nenhuma das cirurgias foi suspensa. CONCLUSÃO: Observou-se que excessivos exames complementares são solicitados no pré-operatório, mesmo em pacientes jovens, de baixo risco cirúrgico, com pouca ou nenhuma interferência na conduta perioperatória. Exames aboratoriais padronizados não são bons instrumentos de screening de doenças, além de gerar gastos elevados e desnecessários.

  6. InsCor: um método simples e acurado para avaliação do risco em cirurgia cardíaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Omar A. V. Mejía

    2013-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Escores de risco apresentam dificuldades para obter o mesmo desempenho em diferentes populações. OBJETIVO: Criar um modelo simples e acurado para avaliação do risco nos pacientes operados de doença coronariana e/ou valvar no Instituto do Coração da Universidade de São Paulo (InCor-HCFMUSP. MÉTODOS: Entre 2007 e 2009, 3.000 pacientes foram operados consecutivamente de doença coronariana e/ou valvar no InCor-HCFMUSP. Desse registro, dados de 2/3 dos pacientes foram utilizados para desenvolvimento do modelo (técnica de bootstrap e de 1/3 para validação interna do modelo. O desempenho do modelo (InsCor foi comparado aos complexos 2000 Bernstein-Parsonnet (2000BP e EuroSCORE (ES. RESULTADOS: Apenas 10 variáveis foram selecionadas: Idade > 70 anos; sexo feminino; cirurgia de revascularização coronariana + valva; infarto de miocárdio < 90 dias; reoperação; tratamento cirúrgico da valva aórtica; tratamento cirúrgico da valva tricúspide; creatinina < 2mg/dL; fração de ejeção < 30%; e eventos. O teste de Hosmer Lemeshow para o InsCor foi de 0,184, indicando uma excelente calibração. A área abaixo da curva ROC foi de 0,79 para o InsCor, 0,81 para o ES e 0,82 para o 2000BP, confirmando que os modelos são bons e similares na discriminação. CONCLUSÕES: O InsCor e o ES tiveram melhor desempenho que o 2000BP em todas as fases da validação; pórem o novo modelo, além de se identificar com os fatores de risco locais, é mais simples e objetivo para a predição de mortalidade nos pacientes operados de doença coronariana e/ou valvar no InCor-HCFMUSP.

  7. Abuso físico infantil: avaliando fatores de risco psicológicos em cuidadores notificados Child physical abuse: evaluating psychological risk factors in accused caregivers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilian Paula D. Bérgamo

    2012-01-01

    Full Text Available Verificou-se em que medida variáveis cognitivas e afetivas/emocionais diferenciariam cuidadores notificados por abusos físicos (G1 de cuidadores sem esse histórico (G2. O Child Abuse Potential Inventory (CAP foi utilizado para avaliar fatores de risco psicológicos em cuidadores. Um Questionário de Caracterização sócio-demográfica e outro econômico também foram empregados para equiparar os grupos. G1 apresentou um potencial de risco superior a G2, e maiores níveis de Angústia, Rigidez, Problemas com a Criança e Consigo, Problemas com os Outros, e um menor nível de Força do Ego. Essas variáveis se articulam para compor o risco de abuso físico, pois segundo o Modelo do Processamento da Informação Social, remeteriam a processos básicos cognitivos/afetivos subjacentes a percepções e avaliações/interpretações, associados ao comportamento parental abusivo.It was verified to what extent cognitive and affective/emotional variables could distinguish caregivers accused of committing physical abuse (G1 from those without physical abuse records (G2. The Child Abuse Potential Inventory (CAP, which is an instrument designed to assess psychological risk factors in caregivers, was used. A questionnaire on socio-demographic characterization and another on economic classification were also employed to equate the groups. G1 presented a greater potential risk than G2, higher levels of Distress, Rigidity, Problems with the Child and with Themselves, Problems with Others, and a lower level of Ego Strength. These variables contribute with the composition of physical abuse risk, since, in agreement with the Social Information Processing Model, they would be related to cognitive and affective basic processes which are veiled to the perceptions and evaluation/interpretations, associated to abusive parental behavior.

  8. Prevalência e fatores de risco para brucelose suína em Mossoró-RN

    OpenAIRE

    Leite, Alexandro I. [UNESP; Coelho, Wesley A. C.; Silva,Glaucenyra C.P.; Santos,Renata F.; Mathias,Luis A.; Dutra,Iveraldo S.

    2014-01-01

    A presente pesquisa teve como objetivo determinar a prevalência da brucelose e seus fatores de risco no rebanho suíno de Mossoró/RN. Compreendeu um estudo epidemiológico transversal e de abordagem quantitativa, no qual foram coletadas 412 amostras sanguíneas de suínos provenientes dos principais produtores do município e realizada inspeção das criações com entrevistas aos produtores. Anticorpos anti-Brucella spp. foram detectados pelo teste do antígeno acidificado tamponado (AAT) e confirmado...

  9. Avaliação de risco nos focos de febre aftosa em bovinos: Minas Gerais, 1992 a 1994

    OpenAIRE

    Jorge Caetano Junior

    1996-01-01

    Com o objetivo de caracterizar, com base na distribuição interna das diversas categorias de bovinos existentes, o perfil da propriedade de risco para a febre aftosa, utilizaram-se 808 registros de atendimento dos rebanhos afetados pela doença no Estado de Minas Gerais, Brasil, durante o período de janeiro de 1992 a dezembro de 1994. Foram comparadas as produções de vacas e outras categorias de bovinos entre as propriedades afetadas e os municípios onde estas se encontravam inseridas. Os resul...

  10. Fatores de risco para consultas em pronto-socorro por crianças asmáticas no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chatkin Moema

    2000-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Traçar um perfil das crianças asmáticas do município de Pelotas, RS, conhecer o manejo da doença e os fatores de risco associados a consultas em pronto-socorro, motivadas por asma. MÉTODOS: Estudo transversal aninhado a um estudo de coorte, realizado na área urbana de Pelotas, cidade de médio porte do Sul do Brasil. Participaram 981 crianças de 4-5 anos, pertencentes à coorte de 1993. RESULTADOS: A prevalência de asma encontrada na amostra estudada foi de 25,4%. A morbidade por asma foi elevada: 31% das crianças asmáticas haviam procurado o pronto-socorro no último ano, 57% tinham consultado médico e 26%, de 1 a 4 anos, foram internadas por asma. Na análise geral, escolaridade e renda familiar baixas associaram-se com consultas em pronto-socorro (RO=4,1 para 0 a 4 anos de escolaridade e RO=6,5 para menos de 1 salário-mínimo. Dormir em quartos com 3 ou mais pessoas também mostrou-se associado (RO=2,2, bem como severidade das crises (RO=2,7, uso de medicamentos para asma no último ano (RO=1,9 e internações por asma (RO=3,0. CONCLUSÕES: A prevalência de asma entre crianças pré-escolares em Pelotas é alta, levando a grande morbidade. Encontraram-se como fatores preditores de consultas em pronto-socorro por asma, após análise multivariada, a baixa escolaridade das mães, severidade das crises e internação por asma.

  11. Fatores de risco para mortalidade em octogenários submetidos a cirurgia de revascularização miocárdica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isaac Newton Guimarães

    2011-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Idade maior a 80 anos não é, por si só, o único fator de risco para a mortalidade em revascularização miocárdica. OBJETIVO: Identificar fatores de risco para a mortalidade em pacientes octogenários submetidos a revascularização miocárdica. MÉTODOS: Estudamos 164 pacientes, com idade igual ou maior a 80 anos. As variáveis estudadas foram: sexo, idade (em anos, fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE, reoperação, cirurgia de emergência, número de artérias revascularizadas, uso da artéria torácica interna esquerda (ATIE, uso de circulação extracorpórea (CEC, cirurgia associada, revascularização da artéria interventricular anterior (AIVA e uso de balão intra-aórtico (BIA. A análise estatística foi feita por meio de análises descritiva, univariada e multivariada por regressão logística. Foram considerados significância estatística os valores de p < 0,05, e a análise multivariada foi realizada com variáveis cujo valor era p < 0,20. RESULTADOS: A mortalidade foi de 11%. Na análise univariada, evidenciou-se que baixa FEVE (p = 0,008, cirurgia de emergência (p < 0,001 e uso de balão intra-aórtico (p = 0,049 relacionaram-se à maior chance de mortalidade. Ao ajustar pela regressão logística, revelou-se que a idade acima de 85 anos correlacionou-se com uma chance de mortalidade 6,31 vezes maior (p = 0,012 e que a cirurgia de emergência esteve relacionada a uma chance de mortalidade 55,39 vezes maior (p < 0,001. CONCLUSÃO: Em octogenários submetidos a cirurgia de revascularização miocárdica, idade superior a 85 anos e cirurgia de emergência são fatores preditivos importantes de maior mortalidade.

  12. Prevalência em crianças de fatores de risco para as doenças cardiovasculares Childhood prevalence of cardiovascular risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Rosa Gama

    2007-09-01

    Full Text Available Investigou-se a presença de fatores de risco para doenças cardiovasculares em estudo transversal em 356 crianças de 5 a 9 anos, atendidas em unidade básica de saúde de área de baixa renda da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, Brasil. Foram avaliados: lipidograma, estado nutricional, hábitos alimentares e aspectos sócio-econômicos. Observaram-se 10,7% de sobrepeso e 68,4% com níveis alterados no lipidograma, sendo 18,6% com LDL-colesterol alto. Para descrever o perfil alimentar as respostas ao questionário qualitativo de ingestão foram submetidas à classificação multivariada, obtendo-se seis grupos, resumidamente definidos como: da cultura tradicional brasileira; moderno (produtos diet e light; frituras; doces e refrescos (misturados com outros grupos; os demais pouco definidos. A alta prevalência dos fatores de risco para as doenças cardiovasculares desde a infância e a evidência de alimentação infantil inadequada indica a necessidade de desenvolver uma estratégia preventiva, procurando atingir toda a família, de forma a alterar os padrões de ingestão de alimentos das populações de baixa renda em direção à comportamentos mais saudáveis.Cardiovascular risk factors were investigated in 356 children 5 to 9 years of age who were treated at a primary care center located in a low-income area in Greater Metropolitan Rio de Janeiro, Brazil. Lipid profile, nutritional status, food intake, and lifestyle were evaluated. 10.7% of the children were overweight, 68.4% had some type of dyslipidemia, and 18.6% showed high LDL-c. To describe the food intake pattern, the answers to the qualitative food questionnaire were submitted to multivariate cluster analysis, producing six basic groups: traditional Brazilian cooking; "modern" food (including diet and light products; fried food; sweets and soft drinks (mixed with other groups; and other poorly defined groups. The high prevalence of cardiovascular risk factors (beginning in

  13. Risco nutricional e complicações em obesos hospitalizados submetidos à cirurgia Nutritional risk and complications in hospitalized obese patient submitted to surgery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Raslan

    2007-12-01

    Full Text Available RACIONAL: Risco nutricional mede o potencial de morbimortalidade associado ao estado nutricional. A obesidade é um distúrbio nutricional cada vez mais presente em hospitais gerais e pode estar acompanhada de alteração nutricional com conseqüências prejudiciais à evolução clínica do doente, além de ser fator associado a complicações pós-operatórias e morte. OBJETIVO: Identificar o risco nutricional através da ferramenta de triagem nutricional Malnutrition Universal Screening Tool e verificar o desfecho de complicações pós-operatórias, buscando associação entre risco nutricional e obesidade. MÉTODOS: Avaliaram-se 433 pacientes adultos hospitalizados em enfermarias cirúrgicas variadas, Na admissão hospitalar mediu-se peso e altura corpóreos. Aplicou-se a triagem nutricional após definição da obesidade pelo Índice de Massa Corpórea (Kg/m2 e classificação em grau I (30-34,99 Kg/m2; grau II (35-39,99 Kg/m2; grau III (±40,00 Kg/m². Os pacientes foram seguidos até a alta hospitalar ou óbito para acompanhar sua evolução clínica. RESULTADOS: Dentre os pacientes avaliados, 17,1% foram obesos. O risco nutricional nos pacientes obesos foi 23%. Ocorreram complicações em pacientes das enfermarias cirúrgicas de esôfago, vias biliares, vascular, cabeça e pescoço. As complicações apresentadas incluíram infecções pulmonares, de parede abdominal e urinária, fístulas gastrintestinal, biliar e pancreática, insuficiência respiratória, atelectasia lobar, e sangramento pós-operatório. CONCLUSÕES: Obesos hospitalizados podem apresentam risco nutricional sendo a obesidade grau I a mais freqüente entre eles em hospital geral. Houve associação positiva entre risco nutricional e freqüência de complicações justificando triagem nutricional na admissão hospitalar como rotina, incluindo pacientes com sobrepeso e obesidade.BACKGROUND: Nutritional risk measures the morbid-mortality potential associated to

  14. Vacinação contra hepatite B e exposição ocupacional no setor saúde em Belo Horizonte, Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ada Ávila Assunção

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores associados à vacinação contra hepatite B em trabalhadores da saúde. MÉTODOS: Estudo transversal com 1.808 trabalhadores da saúde do setor público de Belo Horizonte, MG, em 2009. Questionário autoadministrado foi usado e a situação vacinal foi analisada considerando características sociodemográficas, estilo de vida, características e condições de trabalho. Análises estatísticas univariada (p < 0,20 e múltipla foram realizadas utilizando regressão de Poisson (p < 0,05 para avaliação de fatores associados à vacinação. RESULTADOS: Declararam ter sido vacinados 85,6% dos trabalhadores, 74,9% dos quais receberam esquema completo da vacina. Não ter sido vacinado associou-se a não ter companheiro, a escolaridade em nível médio/técnico ou superior incompleto e a características do trabalho, como atuar na vigilância ou setor administrativo/serviços gerais e não utilizar equipamentos de proteção individual. CONCLUSÕES: Foram identificados grupos com menor cobertura vacinal. São necessários esforços para garantir o acesso e a adesão à vacinação a todos os grupos ocupacionais.

  15. Mensuração de coping no ambiente ocupacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Amaral Pinheiro

    Full Text Available Coping² pode ser definido pela forma como as pessoas comumente reagem ao estresse. Estas reações estão relacionadas a fatores pessoais, demandas situacionais e recursos disponíveis (Lazarus & Folkman, 1984. Entretanto, medidas de coping geral raramente contemplam os fatores situacionais. A mensuração de coping no ambiente ocupacional deve considerar os recursos e estratégias disponíveis, permitir agilidade ao preenchimento e satisfazer critérios psicométricos usuais. O objetivo deste trabalho foi (1 traduzir e adaptar para a língua portuguesa uma escala de coping ocupacional; (2 investigar suas características psicométricas por meio de análise fatorial e por suas relações com medidas de suporte social, sobrecarga de trabalho e exaustão emocional. Trezentos e noventa e sete trabalhadores em ambiente de escritório (x = 37,9; dp = 9,7 responderam à escala traduzida e a medidas de suporte social, sobrecarga e exaustão emocional durante o expediente de trabalho. A análise fatorial mostrou a existência de três fatores que explicaram 29,6% da variância total. Os resultados forneceram evidências de validade de critério e confiabilidade à escala de coping ocupacional traduzida.

  16. Fatores de Risco Evidenciados pelas Maiores Empresas Listadas na BM&FBOVESPA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Carlos Klann

    2015-01-01

    Full Text Available O risco está presente em qualquer empresa, em qualquer setor. Nesse sentido, o objetivo da pesquisa é identificar os tipos de risco evidenciados nos Formulários de Referência das maiores empresas de cada setor listadas na BM&FBovespa. Os riscos podem ser classificados em: risco de crédito, risco legal, risco de mercado, risco operacional, risco estratégico, risco de liquidez e risco ambiental. Conforme os resultados encontrados, os mais divulgados pelas empresas são: risco legal (87,5%, risco estratégico (85% e risco de mercado (82,5%. O risco de crédito apresenta o menor nível de divulgação (50%, bem como o risco de liquidez relativo aos investimentos (55%. Conclui-se que a gestão de risco está relacionada às particularidades de cada organização, sendo que os tipos de riscos podem se modificar de acordo com a classificação setorial das empresas.

  17. Análise do comportamento e conhecimento em biossegurança de profissionais que trabalham em área de risco biológico no HEMOSC

    OpenAIRE

    Bitencourt, Marilda dos Santos

    2002-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Este trabalho interpreta a relação do trabalhador em seu comportamento frente às normas de biossegurança, suas crenças sobre saúde. Participaram desse estudo 67 trabalhadores de área de risco biológico. A coleta de dados ocorreu por questionários que foram distribuídos para 13 setores do HEMOSC da unidade Florianópolis, no ano de 2000. Permitiu delinear ...

  18. Exposición ocupacional y cáncer de pulmón en fumadores Exposição ocupacional e câncer de pulmão em fumantes Occupational exposure and lung cancer in smokers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Mahuad

    1994-06-01

    Full Text Available Las altas tasas de incidencia y mortalidad por cáncer de pulmón en hombres en Rosario, Argentina motivaron o estudio de 211 pacientes varones. Se comparon las edades al diagnóstico entre los tipos histológicos y ocupaciones, y edad de iniciación, duración e intensidad del hábito de fumar. La edad promedio al diagnóstico fue 61 años, sin diferencias por tipo histológico pero sí por hábito de fumar: 58 años los fumadores y 68 los ex-fumadores (pForam estudados 211 pacientes do sexo masculino, fumantes, com câncer de pulmão, em Rosário (Argentina. Compararam-se as idades no momento do diagnóstico entre os tipos histológicos e ocupações e idade de início, duração e intensidade do hábito de fumar. A idade média dos pacientes diagnosticados foi de 61 anos, sem diferença por tipo histológico, porém por hábito de fumar: 58 anos os fumantes e 68 os ex-fumantes (pHigh male lung cancer incidence and mortality in Rosario city, Argentina, have been found in previous studies. A project was undertaken for the purpose of evaluating the life-time occupational history as well as the duration and intensity of cigarette smoking as determinants of histologic cell types in 211 male patients with primary lung cancer. Their histologic cell types were: squamous 39%, adenocarcinoma 29%, small cell 18%, and others and not specified 14%. An association was found between histologic cell types and occupations (p<0.0001, adenocarcinoma being more prevalent in office personnel, teachers, accountants, lawyers, and squamous in the other, supposedly dirtier working environments, mainly in those men who had begun to work in farming and later transferred to mechanics and metallurgy. These latter ones were diagnosed at a younger age than those in other occupations, with a significant difference for squamous and small cell. No differences in the smoking intensity were found between the occupational groups. The mean age these patients began to smoke at was

  19. FATORES DE RISCO PARA INFECÇÃO DE FERIDA CIRÚRGICA EM PUÉRPERAS SUBMETIDAS A CESARIANAS EM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE REFERÊNCIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Maia de Castro Romanelli

    2014-12-01

    Full Text Available Justificativa e Objetivos: Infecções de ferida cirúrgica (IFC constituem complicações pós-operatórias comuns e apresentam importante morbimortalidade, com aumento no tempo e custo de hospitalização, especialmente para mulheres submetidas a parto cesariana. Por isso, o objetivo do presente estudo foi avaliar fatores de risco para IFC em serviço de referência em gestação de alto risco da rede pública de Belo Horizonte. Métodos: Estudo transversal realizado na maternidade do Hospital das Clínicas em Minas Gerais, de 2011 a 2012, com notificação de IFC por vigilância ativa. Todas as pacientes submetidas à cesárea no serviço foram incluídas e contato telefônico foi realizado até 30 dias pós-parto. Resultados: Identificaram-se 708 mulheres submetidas a cesariana, sendo 487 (68,8% puérperas contatadas por telefone. Em 14 (2,9% puérperas os dados fornecidos preencheram os critérios para diagnóstico de IFC. Na comparação entre grupos de mulheres com e sem IFC, apenas o número de toques vaginais (≥ 2 foi estatisticamente significativo para os casos IFC. Conclusão: Nos casos de IFC, o número médio de toques realizados está abaixo do observado na literatura. Ressalta-se que o procedimento deve ser realizado quando absolutamente necessário, respeitando-se as normas de assepsia.

  20. Intervenções obstétricas durante o trabalho de parto e parto em mulheres brasileiras de risco habitual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Carmo Leal

    2014-08-01

    Full Text Available Este artigo avaliou o uso das boas práticas (alimentação, deambulação, uso de métodos não farmacológicos para alívio da dor e de partograma e de intervenções obstétricas na assistência ao trabalho de parto e parto de mulheres de risco obstétrico habitual. Foram utilizados dados da pesquisa Nascer no Brasil, estudo de base hospitalar realizada em 2011/2012, com entrevistas de 23.894 mulheres. As boas práticas durante o trabalho de parto ocorreram em menos de 50% das mulheres, sendo menos frequentes nas regiões Norte, Nordeste e Centro-oeste. O uso de ocitocina e amniotomia foi de 40%, sendo maior no setor público e nas mulheres com menor escolaridade. A manobra de Kristeller, episiotomia e litotomia foram utilizada, em 37%, 56% e 92% das mulheres, respectivamente. A cesariana foi menos frequente nas usuárias do setor público, não brancas, com menor escolaridade e multíparas. Para melhorar a saúde de mães e crianças e promover a qualidade de vida, o Sistema Único de Saúde (SUS e, sobretudo o setor privado, necessitam mudar o modelo de atenção obstétrica promovendo um cuidado baseado em evidências científicas.

  1. Avaliação da exposição ocupacional em procedimentos de hemodinâmica Evaluation of occupational exposure in hemodynamic procedures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia C. Gusso Scremin

    2006-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a dose efetiva recebida pelos trabalhadores envolvidos na realização de procedimentos de hemodinâmica, de forma a estabelecer parâmetros comparativos entre os dados obtidos com uma câmara de ionização e pelos dosímetros usados para monitoração individual. MATERIAIS E MÉTODOS: A avaliação foi desenvolvida em um serviço de hemodinâmica, sendo que os testes constaram da medida do taxa de kerma no ar no ambiente real de trabalho, na posição ocupada por médicos e enfermeiros, com e sem a utilização de barreira plumbífera de proteção. Foi levado em consideração o número de exames realizados no serviço e foram selecionados as projeções e parâmetros radiográficos mais utilizados. Para a estimativa da dose efetiva foram utilizados fatores de conversão encontrados na literatura. RESULTADOS: Os valores encontrados em dose efetiva e de dosimetria são consistentes. Observou-se, ainda, que o uso da barreira protetora plumbífera reduz em até 97% a dose recebida pelo profissional, devendo esta ser utilizada na rotina de exames. CONCLUSÃO: Os valores apresentados são representativos, não podendo ser assumidos como reprodução das condições de monitoração individual, mas são válidos para comparações e orientação na otimização das doses.OBJECTIVE: This study aims to evaluate the effective ionizing radiation dose received by staff involved in interventional vascular procedures to establish parameters for comparison between the data obtained with an ionization chamber and with the dosimeters used for individual monitoring. MATERIALS AND METHODS: The evaluation was performed in a cardiac catheter laboratory and air kerma rate was measured in a real working environment, in the positions occupied by physicians and nurses, with and without the lead glass shield. The number of tests performed in the laboratory was taken into consideration and most common projections and radiographic parameters were

  2. Fatores de risco para o prolapso genital em uma população brasileira Risk factors for genital prolapse in a Brazilian population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Moura Rodrigues

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar os fatores de risco para o desenvolvimento de prolapso genital na população brasileira. MÉTODOS: estudo caso-controle envolvendo 316 pacientes que foram submetidas a estadiamento de prolapso, utilizando-se o sistema de quantificação de prolapso dos órgãos pélvicos. As pacientes foram divididas em dois grupos. No Grupo Caso, foram incluídas 107 pacientes com prolapso nos estádios III ou IV, e no Controle, 209 mulheres com estádios 0 ou I. As mulheres selecionadas respondiam à anamnese na qual eram questionadas sobre a presença de possíveis fatores de risco para prolapso genital, tais como: idade, idade da menopausa, paridade, tipos de parto (vaginal, cesariana ou fórcipe, ocorrência de macrossomia fetal, história familiar em parentes de primeiro grau de distopia genital, tosse crônica e constipação intestinal. RESULTADOS: as variáveis que se mostraram diferentes entre os grupos foram: idade, índice de massa corpórea, paridade, número de partos vaginais, de cesarianas, de partos fórcipe, peso do recém-nascido e história familiar positiva para prolapso. Raça, idade da menopausa, tosse crônica e constipação intestinal não se mostraram diferentes entre os grupos. Após a regressão logística, somente três variáveis se apresentaram como fatores de risco independentes: presença de pelo menos um parto vaginal, macrossomia fetal e história familiar positiva. A cesariana se mostrou como fator protetor. CONCLUSÕES: na população brasileira, os fatores de risco independentes para prolapso foram a presença de pelo menos um parto normal, macrossomia fetal e história familiar positiva para distopia.PURPOSE: to evaluate risk factors for the development of genital prolapse in the Brazilian population. METHODS: case-control study involving 316 patients submitted to prolapse staging, according to the pelvic organ prolapse quantification system. The patients were divided into two groups: in the Case Group

  3. Riscos e Retornos da Cafeicultura em Minas Gerais: uma análise de custos e diferenciação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa da Fonseca Pereira

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi analisar, comparativamente, o desempenho dos produtores de café do Cerrado mineiro e do sudoeste do estado, de acordo com o retorno obtido e o nível de risco. Dadas as opções estratégicas adotadas nessas duas regiões, a diferenciação e os custos foram enfatizados. As margens e os potenciais de perda dos dois grupos de cafeicultores foram mensurados, o que permitiu apresentar uma relação entre risco e retorno. Os retornos foram estimados por um índice que relaciona custos e preços - margem operacional -, e a análise de riscos foi realizada a partir das estimativas do Value at Risk. Os resultados indicaram que os produtores do Cerrado, além de terem obtido melhores retornos, apresentaram menores perdas potencias que os do sudoeste. Os resultados favoráveis aos cafeicultores do Cerrado foram relacionados às diferenças dos custos produtivos e da qualidade do café. Incrementos na qualidade do produto e melhorias na gestão do processo produtivo foram os aspectos considerados relevantes para melhorar o desempenho do produtor do sudoeste. Já em relação à cafeicultura do Cerrado, destacou-se a importância de manter os esforços ligados à diferenciação e à produtividade.This paper aimed to analyze the comparative performance from the Minas Gerais "Cerrado" coffee producers and the south-western conventional coffee producers, according to the returns and the risk level. Differentiation and costs were emphasized because they were the strategic options adopted by the grower in these two regions The margins and potential loss of these two producer groups were measured, in a way that a relation between risks and returns could be presented. The returns were estimated by an index that relates costs and prices - operational margin -, and risk analysis was conducted based on Value at Risk estimates. The results indicated that, besides obtaining better returns, the Minas Gerais "Cerrado" producers had

  4. Comportamentos de risco para a saúde entre adolescentes em conflito com a lei Health risk behavior among young offenders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Alves de Sena

    2008-10-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar as condutas de saúde entre adolescentes em conflito com a lei, internos em instituição de atendimento sócio-educativo em município da região metropolitana do Recife, Pernambuco, Brasil. A amostra foi composta por 241 jovens do sexo masculino, de 12 a 18 anos de idade. Para a coleta de dados, utilizou-se uma versão reduzida do questionário de autopreenchimento utilizado pelo Centers for Disease Control and Prevention dos Estados Unidos, traduzido e adaptado para jovens brasileiros. Entre os jovens pesquisados, 79,7% afirmaram ter portado arma, assim como 52,7% estiveram envolvidos em briga com agressão física nos últimos 12 meses. Verificou-se que a maioria dos jovens pesquisados era usuário de tabaco (87,6% e álcool (64,7%. Grande parte dos jovens afirmou já ter experimentado algum produto inalante na vida (68,9% e ter feito uso de maconha (81,3%. A maioria dos jovens (95,4% já tinha tido relação sexual, em geral com mais de um parceiro. Os jovens em situação de conflito com a lei apresentaram vários comportamentos de risco à saúde em percentuais elevados.The objective of this study was to investigate health risk behavior among teenage offenders committed to a social-educational institution in a city in Greater Metropolitan Recife, Pernambuco State, Brazil. The sample included 241 males 12-18 years of age. Data were collected with a brief self-completed questionnaire used by the Centers for Disease Control and Prevention, translated and adapted for young Brazilians. 79.7% of subjects reported having carried a gun and 52.7% had been in fights involving physical aggression in the previous 12 months. Most of the young offenders smoked cigarettes (87.6% and consumed alcohol (64.7%. The majority reported having sniffed inhalants (68.9%, and 81.3% had smoked marijuana. The vast majority (95.4% reported being sexually initiated, most having had sex with more than one partner. Young offenders

  5. Cobertura vacinal e fatores de risco associados à não-vacinação em localidade urbana do Nordeste brasileiro, 1994

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Antônio Augusto Moura da

    1999-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A identificação da cobertura vacinal e dos fatores responsáveis pelo retardo ou pela falta de imunizações é fundamental para a adequada monitorização dos programas de vacinação e para se identificar e atingir as crianças que não são vacinadas adequadamente. MÉTODOS: Foi realizado inquérito domiciliar transversal, em amostra aleatória por conglomerados em múltiplos estágios de crianças de 12 a 59 meses de idade, no Município de São Luís, Maranhão, Brasil, em 1994. Utilizou-se questionário padronizado respondido pela mãe ou responsável pela criança. Foram visitados 50 setores censitários; em cada um foram amostrados 40 domicílios, onde foram encontradas, em média, 15 crianças. O efeito de desenho foi calculado para cada estimativa. A não-vacinação foi analisada em relação a indicadores socioeconômicos, demográficos e à morbidade referida pela regressão de Cox. RESULTADOS: A cobertura vacinal foi de 72,4% para BCG, 59,9% para 3 doses da vacina Sabin, 57% para 3 doses de vacina DPT (difteria, coqueluche e tétano e 54,7% para a vacina anti-sarampo. A baixa escolaridade materna foi o principal fator de risco para a não-vacinação após o controle dos fatores de confusão. CONCLUSÃO: As coberturas vacinais foram baixas. Uma das estratégias sugeridas para o aumento das coberturas é o incremento das atividades de educação em saúde.

  6. Liberta o herói que há em ti: risco, mérito e transcendência no universo graffiti

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Campos

    2013-11-01

    Full Text Available Este artigo baseia-se numa pesquisa de natureza etnográfica realizada na área metropolitana de Lisboa, entre 2005 e 2007, cujo objeto é o graffiti urbano. Este é um contributo para o patrimônio de estudos dedicados à juventude, na medida em que aborda as questões de criatividade, agência e construção identitária num contexto social que, como diversas pesquisas têm demonstrado, é basicamente ocupado por indivíduos jovens. O risco e o gênio artístico são elementos que permitem avaliar o mérito de seus atores, fomentando a fabricação de uma representação do graffiti writer como um herói desalinhado, um virtuoso que se destaca do comum dos cidadãos. Seja pela vivência intensa do perigo na execução de graffiti ilegal em contextos ameaçadores, seja pela busca de uma linguagem estética singular e inovadora, o writer transcende fronteiras normativas e limitações pessoais. Argumentamos por isso que o graffiti é um fator de capacitação individual, um recurso vital na construção de identidades pessoais e coletivas à margem dos padrões hegemônicos.

  7. Análise da demanda atendida em unidade de urgência com classificação de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vivian Biazon El Reda Feijó

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi analisar a classificação de risco em serviço de urgência de um hospital. Foram amostrados 976 usuários que procuraram atendimento, cujos dados foram coletados nas fichas preconizadas pelo protocolo de atendimento médico. Predominaram pessoas do sexo masculino, na faixa etária de 20 a 59 anos, que procuraram o serviço em dias úteis e horário comercial. Foram considerados adequados à demanda para o atendimento no serviço de urgência 82,3% dos pacientes, com associação significativa entre adequação e as variáveis procedência e horário de atendimento. A implantação do protocolo contribuiu para a identificação dos casos mais graves e organização da demanda.

  8. Risks and benefits of hormone replacement therapy in older men Riscos e benefícios da terapia de reposição hormonal em homens idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Firmbach Pasqualotto

    2004-02-01

    Full Text Available The use of testosterone in older men, known as male hormonal replacement therapy or androgen replacement therapy, has become of increasing interest to both the medical and lay communities over the past decade. Even though the knowledge of the potential benefits and risks of male Androgen Replacement Therapy has increased dramatically, there is still much that needs to be determined. Although there are a number of potential benefits of male Androgen Replacement Therapy and data concerning clinical effects of such replacement have accumulated, as yet there have not been any large multicenter randomized controlled trials of this therapy. It is the purpose of this article to review what is currently known about the possible risks and benefits of male Androgen Replacement Therapy by discussing the clinical trials to date.O uso da testosterona em homens idosos, conhecido como Terapia de Reposição Hormonal no homem ou Terapia de Reposição com Androgênios, têm aumentado o interesse para as comunidades médica e leiga na última década. Muito embora o conhecimento a respeito dos potenciais benefícios e riscos da Terapia de Reposição Hormonal nos homens tem aumentado dramaticamente, ainda existe muito que precisa ser determinado. Embora existam vários benefícios potenciais da Terapia de Reposição com Androgênios e dados clínicos relacionados com o uso de tal terapia, não existem ainda nenhum estudo controlado, randomizado e multicêntrico avaliando o uso de tal terapia. O objetivo deste artigo é revisar os aspectos atuais sobre os possíveis riscos e benefícios da Terapia de Reposição com Androgênios discutindo os estudos clínicos publicados sobre o assunto.

  9. Efeitos de um programa interdisciplinar sobre a circunferência da cintura em escolares com alelo de risco para o polimorfismo rs9939609 no gene (FTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Ziemann

    2016-10-01

    Full Text Available Objetivo: verificar se escolares portadores e não portadores do alelo de risco para obesidade (A, do polimorfismo rs9939609, no gene FTO (fat mass and obesity associated, apresentam resposta diferente a um programa interdisciplinar com exercício físico, com relação à circunferência da cintura. Método: o polimorfismo no gene FTO rs9939609 foi identificado em 46 escolares, com idades entre 6 e 16 anos, de escolas rurais de Santa Cruz do Sul, RS. Avaliou-se a circunferência da cintura (CC e demais características antropométricas. A intervenção teve como base estratégias de exercícios da Educação Física e alimentação saudável, além de cuidados posturais. Resultados: após o programa de intervenção, observou-se redução significativa da CC, no grupo experimental, somente para os escolares com a presença do alelo A (genótipos AT + AA: p=0,023. Considerações finais: o programa interdisciplinar com exercícios físicos foi efetivo para redução da circunferência da cintura apenas nos escolares com a presença do alelo de risco para a obesidade, do polimorfismo rs9939609, no gene FTO. Sugere-se a realização de estudos experimentais que avaliem também outros polimorfismos, com uma amostra maior de sujeitos.

  10. Avaliação dos fatores de risco cardiovasculares em uma população rural brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Santos Felisbino-Mendes

    2014-06-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo transversal que avaliou indicadores de saúde cardiovascular em 863 indivíduos adultos residentes em comunidades rurais do Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, Brasil. Foram avaliados sete fatores, quatro comportamentais (dieta, atividade física, tabagismo e peso corporal e três biológicos (colesterol total, glicemia em jejum e pressão arterial, classificados em níveis ideal, intermediário e ruim. Considerando os fatores comportamentais os homens tiveram melhor desempenho (p = 0,01, sendo observado um maior número de homens com 2 e 3 fatores em níveis ideais (48,5 e 25,8%, respectivamente, em detrimento das mulheres (44,2 e 19,8%, respectivamente (p = 0,01. Por outro lado, as mulheres apresentaram maior número de fatores biológicos em níveis ideais (19,1% quando comparadas com os homens (7,9% (p < 0,001. Somente três (0,4% participantes apresentaram os sete fatores na categoria ideal. A prevalência dos indicadores em nível ideal foi muito baixa, demonstrando a urgência de estratégias visando melhorar a saúde cardiovascular desta população.

  11. Caracterização epidemiológica e fatores de risco associados à infecção por Chlamydophila abortus em ovinos deslanados do semiárido brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Areano E.M. Farias

    2013-03-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi determinar as prevalências de propriedades positivas e animais soropositivos para Chlamydophila abortus em ovinos deslanados da região semiárida do Nordeste do Brasil, bem como identificar fatores de risco. Foram colhidas amostras de sangue de 476 ovinos procedentes de 72 propriedades em 14 municípios na mesorregião do Sertão, Estado da Paraíba. Para o diagnóstico sorológico da infecção por Chlamydophila abortus foi utilizada a reação de fixação de complemento (RFC. Uma propriedade foi considerada positiva quando apresentou pelo menos um animal soropositivo. Das 72 propriedades usadas 38 (52,8% apresentaram pelo menos um animal soropositivo, e dos 476 animais 94 (19,7% foram soropositivos. Participação em exposições (odds ratio =4,31; IC 95% =1,80-10,35; p=0,011 foi identificada como fator de risco. Sugere-se que a infecção por Chlamydophila abortus encontra-se disseminada em ovinos da região, e baseando-se na análise de fatores de risco, recomenda-se o controle sanitário nas exposições de animais.

  12. Identificação de alunos em risco de apresentarem dislexia: um estudo sobre a utilização da monitorização da fluência de leitura num contexto escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Filipa Ferreira de Mendonça

    2014-03-01

    Full Text Available A finalidade deste estudo foi descrever o uso da monitorização com base no currículo (MBC - fluência, na identificação de alunos em risco de apresentarem dislexia. Participaram 146 alunos do 3º ano do 1º Ciclo do Ensino Básico dum agrupamento de escolas do concelho de Braga, Portugal, que foram monitorizados em dois momentos ao longo do ano letivo. Foram considerados alunos em risco, aqueles cujo resultado se encontrava abaixo ou no percentil 20. Os resultados permitiram concluir que: 1 A prova de MBC mostrou ser econômica, fácil e rápida de aplicar, de cotar e bem aceita pelos professores e alunos; 2 Em média, a prestação dos alunos na primeira aplicação foi de 85,21 (DP = 28,41 palavras corretas por minuto (pcpm, na segunda aplicação (final do ano letivo foi de 97,46 (DP = 30,07 pcpm; 3 O crescimento semanal foi de 0,49 (DP=0,38 pcpm; 4 Encontram-se em risco de apresentarem dislexia, após a segunda aplicação 11 rapazes e 18 raparigas; 5 A diferença de resultados entre turmas é estatisticamente significativa; 6 No final do ano letivo em duas turmas mais de 30% dos alunos estão em risco de apresentarem dislexia, tendo em conta o valor do risco da amostra; 7 70,55% dos participantes não atingiram o objetivo das 110 pcpm estipulado pelo Ministério da Educação para aquele ano de escolaridade; 8 O valor do Alfa de Cronbach para a primeira aplicação foi de 0,981 e para a segunda aplicação foi de 0,978.

  13. Asma ocupacional Occupational asthma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lusia Godoy Fernandes

    2006-05-01

    Full Text Available A asma relacionada ao trabalho é uma das principais doenças respiratórias ocupacionais em termos de prevalência. Inúmeras substâncias químicas utilizadas nas mais diversas atividades produtivas podem desencadear ou agravar essa doença. A definição e a classificação da asma relacionada ao trabalho são descritas, bem como, suas repercussões epidemiológicas, história natural, critérios diagnósticos, evolução, prognóstico e seus aspectos legais, de forma resumida, objetivando alertar sobre essa doença e suas implicações trabalhistas.Work-related asthma is one of the principal occupational respiratory diseases in terms of prevalence. Innumerable chemical substances used in various production processes can cause or aggravate occupational asthma. This chapter contains a brief description of the definition and classification of work-related asthma, as well as the epidemiological repercussions, natural course, diagnostic criteria, progression and legal aspects of the disease, with the objective of raising an alert regarding this disease and its implications for workers.

  14. PERFIL E DESTINO OCUPACIONAL DE EGRESSOS GRADUADOS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS NAS MODALIDADES A DISTÂNCIA E PRESENCIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dirceu Esdras Teixeira

    Full Text Available O presente trabalho tem como objetivo evidenciar o perfil dos egressos de alguns cursos de graduação em Ciências Biológicas no Estado do Rio de Janeiro. O instrumento de pesquisa utilizado foi um questionário online, composto por perguntas multiopcionais. Este foi respondido por 241 egressos, sendo 83 do ensino a distância e 158 do ensino presencial, de universidades públicas e uma privada. Os resultados mostraram a predominância de mulheres, de cor branca e idade média de 23 anos, na conclusão do curso dos egressos do ensino presencial, e 33 no ensino a distância. Além disso, percebeu-se o predomínio do cargo de professor, principalmente no Ensino Fundamental II e no Ensino Médio e renda mensal de 3 a 4 salários mínimos

  15. Presença de animais associada ao risco de transmissão da leishmaniose visceral em humanos em Belo Horizonte, Minas Gerais Animal presence and the risk for transmission of visceral leishmaniasis in Belo Horizonte, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    B.K.A. Borges

    2009-10-01

    Full Text Available Analisou-se o risco de se contrair leishmaniose visceral (LV e a presença de animais em residências de Belo Horizonte/MG, em 2006. O estudo de caso-controle foi feito por meio de visitas domiciliares, aplicação de questionário e registro de imagens da residência. A estimativa de risco foi mensurada por comparação de condições de moradia entre dois grupos: 1- constituído por 82 casos humanos de LV ocorridos em 2004 e 2- 164 controles (vizinhos dos casos. Os domicílios pertencentes ao grupo 1 foram os que apresentaram os maiores percentuais de presença de animais. Observou-se, pela análise univariada, que a presença de patos, roedores, pássaros e galinhas aumenta o risco de ocorrer LV em 4,18; 1,81; 1,57; e 1,47 vezes, respectivamente. Para os proprietários de cães, o aumento no risco de contrair LV é equivalente a 2,17 vezes e está relacionado ao número de cães no domicílio. O risco de contrair LV é maior 1,87 vezes para moradores com um cão e 3,36 vezes para moradores com dois cães, quando comparados a pessoas que não possuem esses animais.This study evaluated the animal presence in dwellings and the risk for transmission of visceral leishmaniasis (VL in Belo Horizonte, Brazil, 2006. A case-control study was conducted by means of dwelling visits, direct interviews, and image register in the houses. The risk estimates were produced comparing the dwelling condition between two groups: 1 82 human cases of VL recorded in 2004; and 2 164 controls (neighbors of the first. The cases presented a higher proportion in the animal presence compared to controls. Using an unconditional logistic regression, it was selected the presence of ducks with an OR of 4.18 (CI 95% - 0.74 to 23.32; rodents with an OR of 1.81 (CI 95% - 0.96 to 3.39; birds with an OR of 1.56 (CI 95% - 0.90 to 2.69, and chicken with an OR of 1.47 (CI 95% - 0.74 to 2.90. The owners of dogs were 2.17 more likely to have VL than those who did not have dogs, and this

  16. Posição socioeconômica no curso de vida e comportamentos de risco relacionados à saúde: ELSA-Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jéssica Costa Faleiro

    Full Text Available Nosso objetivo foi investigar a associação da posição socioeconômica no curso de vida e da mobilidade social intrageracional com o baixo consumo de frutas e hortaliças, inatividade física no lazer e tabagismo entre 13.216 homens e mulheres participantes da linha de base do ELSA-Brasil (2008-2010. A posição socioeconômica na infância, juventude e vida adulta foi aferida pela escolaridade materna, classe sócio-ocupacional da primeira ocupação e classe sócio-ocupacional da ocupação atual, respectivamente. Desvantagens sociais na vida adulta foram consistentemente associadas à maior prevalência dos três comportamentos analisados em homens e mulheres. Entretanto, a posição socioeconômica na juventude e infância foi associada aos comportamentos de forma menos consistente. Por exemplo, enquanto a baixa escolaridade materna reduziu a chance de tabagismo passado (mulheres e atual (homens e mulheres, ela foi associada à maior chance de inatividade física no lazer entre as mulheres. Já a exposição à baixa posição socioeconômica na juventude aumentou as chances de tabagismo passado (homens e mulheres e atual (mulheres. A análise das trajetórias sociais deu suporte adicional à maior importância das desvantagens na vida adulta para comportamentos de risco, já que apenas indivíduos que ascenderam para a classe socio-ocupacional alta não apresentaram maior chance destes comportamentos quando comparados aos participantes que sempre pertenceram à classe sócio-ocupacional alta. Nossos resultados apontam que desvantagens socioeconômicas na vida adulta parecem ser mais relevantes para comportamentos de risco do que as desvantagens na infância e adolescência.

  17. Avaliação das alterações hemostáticas e do risco tromboembólico em cães com AHIM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia F. Moraes

    2016-05-01

    Full Text Available Resumo: A anemia hemolítica imuno-mediada (AHIM é a causa mais comum dentre as anemias hemolíticas e a doença imuno-mediada de maior prevalência em cães, incluindo causas primárias e secundárias. As AHIM tem sido associadas a estados de hipercoagulabilidade, sendo o tromboembolismo a complicação mais comum. Este estudo teve como objetivo correlacionar as possíveis alterações hemostáticas e o risco tromboembólico nas AHIM e nas anemias por outras etiologias. Para tanto, foram selecionados 76 cães anêmicos (hematócrito ≤ 20% somados ao menos um sinal clínico comumente associado à AHIM ou possuir pré-disposição racial. Foram realizados os seguintes testes para os animais selecionados: teste de citometria de fluxo e avaliação do perfil hemostático (contagem de plaquetas, TP, TTPA, TT, AT, PDF e Dímeros D; além de hemograma com contagem de reticulócitos, pesquisa de hematozoários em sangue periférico, PCR para Ehrlichia sp. e sorologia para leptospirose. 59 cães foram positivos para AHIM. O estado tromboembólico foi caracterizado pela presença de alteração em três ou mais testes do perfil hemostático. 74,6% casos de AHIM foram atribuídos às doenças infecciosas, sendo em sua maioria associados à Ehrlichia sp. (88,6%. 72,1% apresentaram trombocitopenia e 57,6% apresentaram anemia regenerativa com valores significativamente maiores de metarrubrícitos e contagem de reticulócitos. Não houve diferença estatística entre os grupos de cães anêmicos (positivos e negativos para AHIM. Os cães anêmicos apresentaram valores médios maiores de TTPA e menores de AT e contagem de plaquetas quando comparados aos cães saudáveis (p < 0,05. 25 cães positivos e sete negativos apresentaram estado tromboembólico. A especificidade de PDF foi menor (30,2% quando comparada outros estudos. A escolha da classe de Ig não interfere no diagnóstico de AHIM. Não houve correlação entre a presença de anticorpos ligados

  18. Consultoria colaborativa em terapia ocupacional para professores de crianças pré-escolares com baixa visão Collaborative consultation in occupational therapy for teachers of preschool children with low vision

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Luísa Reis Gebrael

    2011-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi elaborar, implementar e avaliar um programa individualizado de consultoria colaborativa em Terapia Ocupacional para professores. A meta foi aumentar o repertório de estratégias e recursos dos professores para promover a independência de crianças pré-escolares com baixa visão nas atividades de vida diária de higiene e alimentação, denominado PRÓ-AVD. Participaram do estudo 10 professores e 10 alunos da Educação Infantil regular com baixa visão com idades entre 04 e 06 anos. Empregou-se um delineamento experimental com grupo controle. A elaboração do Programa envolveu o estudo prévio das habilidades da criança nas tarefas de autocuidado, e de sua capacidade visual, do repertório inicial do professor, e da dinâmica da díade Professor - Aluno durante a realização das AVDs. A partir de tais dados procedeu-se à elaboração individualizada do PRÓ-AVD. A implementação do Programa ocorreu por meio de consultoria colaborativa em seis encontros semanais. Para registro dos dados e análises, foram realizadas medidas pré-teste e pós-teste por meio de registros em diário de campo, filmagens e questionários, a fim de avaliar quantitativa e qualitativamente o efeito do programa de intervenção. Os resultados apontaram para o aumento do repertório dos professores do Grupo Experimental nas atividades de higiene e alimentação de seus alunos com baixa visão. As estratégias desenvolvidas e empregadas no PRÓ-AVD, como atividades práticas, feedbacks e a interação entre a pesquisadora e professoras foram decisivos para a adesão dos participantes e resultados obtidos na consultoria colaborativa.The purpose of this study was to develop, implement and evaluate an individualized program called PRO-DLA of collaborative consulting in Occupational Therapy for teacher training, to increase theachers repertoire of strategies and resources to promote the independence of preschool children with low vision in

  19. Stress ocupacional em profissionais de segurança pública: um estudo com militares da Guarda Nacional Republicana Occupational stress in professionals of public security: a study with military agents of the Republican National Guard

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge M. P. Afonso

    2009-01-01

    Full Text Available Este trabalho analisa o "stress" ocupacional em 95 militares da Guarda Nacional Republicana Portuguesa. Para tal, utilizámos um protocolo de avaliação com medidas do "stress" global, "burnout", "coping" proactivo, comprometimento organizacional, satisfação com a vida e satisfação/realização profissional. Os indicadores de fidelidade e validade dos instrumentos foram muito aceitáveis. Os resultados de "burnout" por dimensão apontaram níveis apreciáveis de exaustão emocional (12%, seguidos do cinismo (10% e da baixa eficácia profissional (8% (mas nenhum participante registou valores de "burnout" nas três dimensões, em simultâneo, observando-se também variáveis distintas na predição destas três áreas. A análise discriminante entre subgrupos da amostra permitiu verificar dois aspectos principais: (a menores níveis de comprometimento organizacional e maior utilização de "coping" proactivo nos militares mais novos e/ou inexperientes e (b maior desejo de abandonar o emprego/trabalho bem como maior cinismo parecem identificar os profissionais mais velhos e/ou mais experientes. No final, os autores discutem a importância de a investigação futura analisar os efeitos da maior tendência para o cinismo com o aumento da idade dos participantes e os efeitos do menor comprometimento organizacional por parte dos mais novos em termos da sua eficácia profissional.This work analyzes occupational stress in 95 Portuguese military agents of the Republican National Guard. We applied an evaluation protocol with measures of global stress, burnout, proactive coping, organizational commitment, satisfaction with life, and professional satisfaction/accomplishment. The fidelity and validity results of the instruments were very acceptable. The results of burnout pointed out a remarkable level of emotional exhaustion (12% followed by cynicism (10% and low professional effectiveness (8% (but we have not found any participant with burnout values

  20. Fatores de risco para complicações perioperatórias em cirurgias endoscópicas com irrigação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Manoel Silva Jr

    2013-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A medicina endoscópica está cada vez mais sendo usada atualmente, porém não é isenta de riscos. Portanto, este estudo avaliou os fatores associados com complicações perioperatórias em cirurgias endoscópicas com irrigação intraoperatória. MÉTODO: Estudo de coorte durante seis meses. Foram incluídos pacientes com > 18 anos, submetidos a cirurgias endoscópicas que usariam fluidos de irrigação no intraoperatório. Pacientes em uso de diuréticos, com insuficiência renal, distúrbios cognitivos, hiponatremia prévia a cirurgia, gestantes e moribundos foram excluídos. Foram alocados em dois grupos os pacientes que apresentaram complicações ou não no período perioperatório. As complicações avaliadas estavam relacionadas a alterações neurológicas, cardiovasculares, renais e sangramentos no perioperatório. RESULTADOS: Foram incluídos 181 pacientes e 39 excluídos, portanto 142 preencheram os critérios. Apresentaram complicações 21,8% dos pacientes, com maior ocorrência em cirurgias endoscópicas de próstata, seguidas de histeroscopias, bexiga, artroscopia de joelho e ombro, respectivamente 58,1%, 36,9%, 19,4%, 3,8% e 3,2%. Comparando os grupos, apresentaram associação com complicações na análise univariada; idade, sexo, tabagismo, cardiopatia, ASA, sódio sérico no fim da cirurgia, total de fluido de irrigação administrado, ressecção transuretral de próstata, histeroscopia. Entretanto, apenas idade (OR = 1,048, sódio sérico (OR = 0,962 e volume de fluido de irrigação administrado no intraoperatório (OR = 1,001 foram variáveis independentes para complicações na regressão múltipla. CONCLUSÃO: Graves complicações em cirurgias endoscópicas têm grande ocorrência. O sódio sérico no fim da operação, a quantidade de fluido de irrigação e a idade foram fortes fatores independentes associados ao problema. Dessa forma, tais fatores devem ser levados em considera

  1. Prevalência de fatores de risco cardiovascular em idosos usuários do Sistema Único de Saúde de Goiânia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Cristina da Conceição Ferreira

    2010-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Os fatores de risco cardiovascular (FRCV apresentam alta prevalência e causam impacto na morbimortalidade de idosos, porém, essa questão ainda se mostra desconhecida entre idosos usuários do Sistema Único de Saúde. OBJETIVO: Investigar a prevalência de FRCV em idosos usuários da atenção básica do Sistema Único de Saúde (SUS em Goiânia - Goiás. MÉTODOS: Estudo transversal com amostragem em múltiplos estágios, realizado por meio de inquérito domiciliar com 418 idosos acima de 60 anos, usuários do SUS da atenção básica de Goiânia. Foram coletados dados socioeconômicos, demográficos, estilo de vida, peso, altura, circunferência da cintura, pressão arterial e uso de medicamentos. Os FRCV investigados foram: hipertensão arterial, diabete melito, obesidade total, obesidade central, dislipidemias, tabagismo, sedentarismo e consumo de bebida alcoólica. Utilizou-se o teste do Qui-quadrado para análises das associações, com significância de 5%. RESULTADOS: As prevalências dos FRCV foram: 80,4% de hipertensão arterial; 83,3% de obesidade central; 59,8% de sedentarismo; 32,2% de obesidade total; 23,4% de dislipidemias; 19,1% de diabete melito; 10,0% de tabagismo e 5,9% de consumo de bebida alcoólica. Quanto à simultaneidade, 2,4% dos idosos não apresentaram FRCV. A simultaneidade de dois ou mais FRCV ocorreu em 87,3% dos idosos e mostra-se com maior frequência entre as mulheres. CONCLUSÃO: Os FRCV ocorrem de maneira simultânea em mais da metade dos idosos, e os mais prevalentes foram: hipertensão arterial, obesidade central e sedentarismo. É preciso intensificar as estratégias de promoção da saúde e prevenção de agravos cardiovasculares em idosos usuários da atenção básica do SUS de Goiânia, principalmente entre aqueles com simultaneidade de FRCV.

  2. O "homem dos riscos" e o "homem lento" e a teorização sobre o risco epidemiológico em tempos de globalização

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gil Sevalho

    2012-03-01

    Full Text Available Utilizando o tempo como elemento de composição interdisciplinar, discute-se o conceito de risco epidemiológico reconhecendo-se o "homem dos riscos", criado pelo epidemiologista Naomar de Almeida-Filho, e o "homem lento", criado pelo geógrafo Milton Santos. A crítica de Jean-François Lyotard apontando a ciência como discurso que desconsidera a narrativa popular é usada na argumentação. O homem lento resiste à fragmentação das identidades imposta pela globalização, tecendo criativamente a solidariedade no lugar; o homem dos riscos será o da velocidade, da modernidade, impondo uma ordem padronizadora, individualista e competitiva. O risco epidemiológico é pensado na proximidade do território e do lugar, contrapondo-se a concretude do homem lento à artificialidade do discurso epidemiológico povoado pelo homem dos riscos. A Epistemologia do Sul de Boaventura de Sousa Santos, com suas sociologias das ausências e das emergências, toma por base esta perspectiva crítica, propondo uma prática científica politicamente comprometida com a justiça social, privilegiando o saber popular.

  3. Riscos químicos hospitalares e gerenciamento dos agravos à saúde do trabalhador de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Sabbadini da Silva

    2012-04-01

    severidade, causando envenenamentos e toxicidade. Algumas substâncias químicas fazem parte do instrumento de trabalho da equipe de enfermagem. Essas substâncias são introduzidas na área de saúde e da enfermagem, em seus diferentes estados como gases, vapores e líquidos para uso em esterilização, desinfecção de materiais, anestesias e tratamentos medicamentosos de pacientes como, por exemplo, a quimioterapia.³,5. Essas substâncias são capazes de produzir tipos diversos de lesões celulares, essas lesões podem ter efeitos manifestados de imediato ou tardiamente. Essas manifestações tardias podem estar relacionadas à dificuldade que esses trabalhadores se defrontam em reconhecer e associar os sinais e sintomas ao manuseio destas substâncias. Prevenir é uma das formas de se evitar os problemas de saúde ocupacional que podem ser desencadeados por essa exposição; porém, para a efetividade dessa prevenção é necessário que os trabalhadores tenham conhecimento sobre os riscos propiciados pelas substâncias químicas6. O reconhecimento e a análise dos riscos relacionados a agentes químicos são atividades prioritárias para qualificar a intervenção na defesa da saúde do trabalhador: quem não reconhece não pode avaliar e prevenir o risco.¹Objetivo Identificar e analisar os tipos de riscos químicos capazes de desencadear a toxicidade em profissionais da área de enfermagem e os tipos de gerenciamentos de agravos que podem ser adotados pelos enfermeiros. Metodologia Estudo qualitativo, tipo revisão bibliográfica. Para alcançar os objetivos propostos, realizou-se levantamento bibliográfico nas bases de dados BDENF (Base de Dados de Enfermagem, ScIELO (Scientific Eletronic Library Online  e LILACS (Literatura Latino-americana e do Caribe de Ciências da Saúde. Utilizaram-se os seguintes descritores: Risco ocupacional, saúde do trabalhador, riscos químicos e enfermagem ocupacional. Foram selecionados todos os artigos nacionais, disponíveis na

  4. Agregação de fatores de risco cardiovascular e ocorrência de hipertensão arterial em adultos sedentários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferdinando Oliveira Carvalho

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar em uma grande amostra de adultos sedentários a possível associação entre hipertensão arterial e baixa aptidão cardiorrespiratória, obesidade geral e central. MÉTODOS: A amostra foi composta por 1.092 adultos sedentários brasileiros (429 homens e 633 mulheres. Pressão arterial foi acessada e hipertensão arterial diagnosticada. Três fatores de risco cardiovascular foram considerados: obesidade geral (índice de massa corporal, obesidade abdominal (circunferência de cintura e baixa aptidão cardiorrespiratória (teste submáximo em cicloergômetro. RESULTADOS: A taxa de hipertensão arterial foi de 9,3% (IC95% = 7,6 - 11,2. Houve associação entre mais alta prevalência de hipertensão arterial e diagnóstico de obesidade (p = 0,001, valores elevados de circunferência de cintura (p = 0,001 e baixo VO2máx (p = 0,013. Independentemente de idade e sexo, indivíduos sedentários com simultaneamente baixo consumo máximo de oxigênio e obesidade geral (RP = 5,21 [IC95% = 8,94 - 3,03]; p = 0,001 ou abdominal (RP = 4,05 [IC95% = 2,22 - 7,40]; p = 0,001 apresentaram maior probabilidade de ser hipertenso que os sedentários com nenhum fator de risco. CONCLUSÃO: Adultos sedentários, independentemente de sexo e idade, a presença de baixa aptidão cardiorrespiratória está associada à hipertensão arterial apenas quando também há obesidade geral ou abdominal, indicando que a interação destas variáveis tem relevante peso na gênese da doença.

  5. Diarréia nosocomial em unidade de terapia intensiva: incidência e fatores de risco Nosocomial diarrhea in the intensive care unit: incidence and risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérvulo Luiz Borges

    2008-06-01

    Full Text Available RACIONAL: Diarréia nosocomial parece ser comum em unidades de terapia intensiva, embora sua epidemiologia seja pouco documentada em nosso meio. OBJETIVO: Determinar a incidência e fatores de risco de diarréia entre pacientes adultos internados em unidade de terapia intensiva. MÉTODOS: Foram incluídos prospectivamente 457 pacientes no período entre outubro de 2005 e outubro de 2006. Dados demográficos, clínicos e bioquímicos, bem como aspecto e número de evacuações eram registrados diariamente até a saída do paciente do setor. RESULTADOS: Diarréia ocorreu em 135 (29,5% pacientes, durando em média 5,4 dias. O tempo do seu início em relação à internação foi de 17,8 dias e casos similares de diarréia no mesmo período foram registrados em 113 (83,7% pacientes. A mortalidade hospitalar foi maior nos pacientes com diarréia do que naqueles sem esta intercorrência. Na análise multivariada através de modelo de regressão logística, apenas o número de antibióticos (OR 1,65; IC 95% = 1,39-1,95 e o número de dias de antibioticoterapia (OR 1,16; IC 95% = 1,12-1,20 associaram-se estatisticamente com a ocorrência de diarréia. Cada dia de acréscimo a mais da antibioticoterapia aumentou em 16% o risco de diarréia (IC 12% a 20%, enquanto a adição de um antibiótico a mais ao esquema antimicrobiano aumentou as chances de ocorrência de diarréia em 65% (IC 39% a 95%. CONCLUSÃO: A incidência de diarréia nosocomial na unidade de terapia intensiva é elevada (29,5%. Os principais fatores de risco para sua ocorrência foram número de antibióticos prescritos e duração da antibioticoterapia. Além das precauções entéricas, a prescrição judiciosa e limitada de antimicrobianos, provavelmente reduzirá a ocorrência de diarréia neste setor.BACKGROUND: Nosocomial diarrhea seems to be common at intensive care units, although its epidemiology be poorly documented in Brazil. AIM: To determine the incidence and risk factors of

  6. Modelo de otimização da gestão de risco em empresas não financeiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Herbert Kimura

    2005-04-01

    Full Text Available Esta pesquisa apresenta o desenvolvimento de um modelo de otimização da gestão de riscos, através da identificação de uma estratégia de hedge que maximiza a esperança dos lucros. O modelo fundamenta-se na premissa de que fatores de riscos, além de afetar os resultados das empresas, podem, também, estar correlacionados com as oportunidades futuras de investimento. O modelo proposto incorpora os custos advindos de um endividamento adicional bem como os benefícios da disponibilidade de recursos internos. O trabalho está desenvolvido da seguinte forma: (1 discussão dos aspectos teóricos relacionados ao tema de gestão de riscos no contexto da teoria de finanças; (2 apresentação da metodologia adotada para o desenvolvimento do modelo; (3 derivação dos passos fundamentais que orientaram o modelo matemático, destacando as especificações das variáveis relevantes e os mecanismos de simulação e (4 apresentação dos principais resultados do modelo de hedge ótimo, dentre os quais se destacam: aumento da esperança dos lucros, redução da incerteza em relação aos investimentos, maior estabilidade do nível ótimo de investimento e de endividamento e menor flutuação dos resultados da empresa, decorrente da redução do nível de risco financeiro.This research presents an optimization model for risk management, through the development of a hedge strategy that maximizes the expected profit of a company. The model is based on the premise that a risk factor, besides affecting the results of the company, can also be correlated with future investment opportunities. The model incorporates the costs of an additional debt as well as the benefits of the availability of internal resources. The work is structured in the following way: (1 discussion of the theoretical aspects related to the theme of risk management in the context of the financial theory; (2 presentation of the methodology adopted for the development of the model; (3

  7. Alcohol, drugs, and risky sexual behavior are related to HIV infection in female adolescents Álcool, drogas e comportamento sexual de risco estão relacionados à infecção por HIV em mulheres adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Margareth Siqueira Bassols

    2010-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To examine associations between risk factors for HIV infection in a sample of young women who sought HIV testing in a city of southern Brazil. METHOD: Cross-sectional study with a consecutive convenience sample of 258 female adolescents aged 13 to 20 years evaluated in an anonymous testing site for HIV and sexually transmitted diseases in Brazil. Risk behavior for HIV was assessed with the Brazilian version of the Risk Assessment Battery and HIV status was assessed through ELISA (Enzyme Linked Immunosorbent Assay. RESULTS: Overall seropositivity rate was 7.4%. HIV-seropositive patients had significantly more sexual intercourse in exchange for money, higher rates of pregnancy and abortion, as well as earlier sexual debut. In multiple analyses with the inclusion of two composite variables (sex risk and drug risk, only drug risk was associated with positive HIV status (OR = 4.178; IC 95% = 1.476-11.827. CONCLUSION: Our findings suggest that high HIV seropositivity among female adolescents seeking HIV testing in Brazil directly reflects the need for effective interventions specifically designed to prevent risk behaviors in order to halt the spread of HIV infection.OBJETIVO: Descrever fatores de risco para infecção pelo HIV numa amostra de adolescentes do sexo feminino que procurou fazer o teste HIV em uma cidade do sul do país. MÉTODO: Num estudo transversal, 258 adolescentes do sexo feminino foram avaliadas em relação ao seu estado sorológico para o vírus HIV e comportamentos de risco utilizando-se a versão brasileira da escala Risk Assessment Battery. RESULTADOS: A taxa geral de soropositividade foi de 7,4%. As jovens soropositivas tiveram significativamente mais relações sexuais em troca de dinheiro, história de gravidez e aborto prévio, bem como iniciação sexual mais precoce do que as adolescentes soronegativas. Nas análises multivariadas, com a inclusão de duas variáveis compostas ("risco sexual" e "risco por drogas

  8. Magnitude, atraso e probabilidade de reforço em situações hipotéticas de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Coelho

    Full Text Available O presente trabalho investigou os efeitos de quantias de dinheiro descritas como a alternativa de risco e da instrução sobre o valor subjetivo do reforço. Oito estudantes realizaram escolhas hipotéticas entre quantias de dinheiro certas ou imediatas que eram ajustadas de acordo com o comportamento dos sujeitos, e cinco quantias de magnitudes maiores (V = R$10,00 a R$100.000,00 atrasadas (uma semana a 50 anos ou probabilísticas (0,05 a 0,95. A instrução positiva descrevia as chances ou o atraso para receber cada quantia, enquanto a instrução negativa descrevia as chances de perder ou o tempo de espera para não perder as quantias. O valor subjetivo diminuiu com o aumento de V provável, e aumentou com o aumento de V atrasado. Os resultados individuais foram melhor descritos por uma função potência do que pela hiperbólica. A variação da instrução não produziu diferenças sistemáticas. Os resultados são evidências para uma interpretação diferente do efeito da magnitude do reforço sobre o desconto de quantias prováveis ou atrasadas.

  9. Identificação de fatores de risco de desnutrição em pacientes internados Identification of malnutrition risk factors in hospitalized patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia de Aquino

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores associados ao risco de desnutrição em pacientes internados. MÉTODOS: Estudo transversal, realizado em um hospital geral de São Paulo, em uma amostra de conveniência de 300 pacientes adultos, com idade entre 18 e 64 anos. Foi aplicado um questionário estruturado, constituído por informações antropométricas, clínicas e dietéticas, e os pacientes foram classificados e dicotomizados em desnutridos e não desnutridos. Para a identificação dos fatores associados à desnutrição foi conduzida uma regressão logística múltipla e foram selecionadas as variáveis preditivas. As variáveis foram organizadas segundo o valor de oddsratio (OR, intervalo de confiança (IC 95%, coeficiente de regressão (β e nível descritivo do teste (p. RESULTADOS: A desnutrição ocorreu em 60,7% da amostra, e as variáveis encontradas associadas à desnutrição foram a presença de: perda de peso recente e involuntária, ossatura aparente, redução de apetite, diarreia, ingestão energética inadequada e gênero masculino. CONCLUSÃO: Os fatores associados à desnutrição podem ser levantados no momento da internação e conduzirem a uma avaliação que permita uma adequada terapia de intervenção e recuperação nutricional.OBJECTIVE: To identify factors associated with the risk of malnutrition in hospitalized patients. METHODS: Cross-sectional study, performed in a general hospital located in São Paulo, in a convenience sample of 300 adult individuals, aged 18 to 64 years. A structured questionnaire was applied consisting of anthropometric, clinical and dietary data, and the patients were evaluated and dichotomized into malnourished and non-malnourished. A multiple logistic regression was performed to identify the factors associated with malnutrition. The variables were organized according to the values of odds ratio (OR, confidence interval (95% CI, regression coefficient (β and descriptive level of significance (p

  10. Fatores de risco para osteoporose em mulheres na pós-menopausa do sudeste brasileiro Risk factors for osteoporosis in postmenopausal women from southeast Brazilian

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Davi de Araújo Brito Buttros

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a densidade mineral óssea (DMO e os fatores de risco associados à osteoporose na pós-menopausa. MÉTODOS: Estudo clínico transversal com 431 mulheres (idade 40 - 75 anos. Foram incluídas mulheres com: amenorréia >12 meses e idade >45 anos ou, ooforectomia bilateral >40 anos, com DMO (escore T de coluna lombar/colo de fêmur pelo DEXA dos últimos 12 meses. Fatores de risco avaliados: idade, idade e tempo de menopausa, tabagismo, atividade física (30 min/5 vezes/ semana, artrite reumatoide (AR, uso de corticoterapia e de terapia hormonal (TH, fratura prévia, fratura materna de quadril e índice de massa corpórea (IMC=peso/altura². Foram empregodos teste do χ² e método de regressão logística no risco (Odds Ratio - OR para osteoporose. RESULTADOS: Pelos critérios da Organização Mundial da Saúde, 106 (24,6% mulheres apresentavam osteoporose (escore T -1,0DP. Foi detectada osteoporose em 12% das mulheres com idade entre 40 e 49anos, em 21,8% no grupo de 50 a 59 anos e 45,7% nas mulheres com idade >60anos (p10anos (pPURPOSE: To evaluate bone mineral density (BMD and their risk factors associated with postmenopausal osteoporosis. METHODS: A cross-sectional clinical study was performed on 431 women (aged 40 - 75 years. Inclusion criteria: amenorrhea >12 months and age >45 years or, bilateral oophorectomy >40 years with BMD values (T-score of lumbar spine/femur neck by DXA of the last 12 months. Risk factors evaluated: age, age and time of menopause, smoking, physical activity (30 min/5 times/week, rheumatoid arthritis (RA, use of corticotherapy and hormone therapy (HT, previous fracture, maternal hip fracture and body mass index (BMI=weight/height². The χ2 test and the logistic regression method (Odds Ratio - OR were used to determine osteoporosis risk. RESULTS: According to WHO criteria, 106 (24.6% women showed osteoporosis (T-score -1.0 DP. Osteoporosis was detected in 12% of women aged 40 - 49 years, in 21.8% of

  11. Organochlorine exposure and breast cancer risk in Colombian women Exposição a organoclorados e risco de câncer de mama em mulheres colombianas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P. Olaya-Contreras

    1998-01-01

    Full Text Available An epidemiological study was performed in Santafé de Bogotá, Colombia, with a total of 306 women enrolled, including 153 incident BC cases and 153 age-matched controls. The objective of this study was to evaluate the association between BC risk and serum dichlorodiphenyl-dichloroethene (DDE levels. Sociodemographic and reproductive data, diet, and past exposure to pesticides were obtained through a structured questionnaire. Chemical analysis of samples was performed by high resolution gas chromatography-ECD. Likelihood of developing BC by exposure to these substances was evaluated through odds ratios (OR adjusted for: first-child breast-feeding, family BC history, body mass index (BMI, parity, and menopausal status. Data analysis was performed by conditional logistic regression techniques. Adjusted OR for exposure to serum DDE and BC suggests an increase risk of BC in the higher category of DDE exposure (OR = 1.95; CI 1.10-3.52. The test for trend was not statistically significant (p = 0.09. We confirm that serum DDE levels bear a positive association to risk of BC and could support the association between risk of BC and burden of DDE exposure.Em estudo epidemiológico realizado em Santa Fé de Bogotá, Colômbia, 153 casos incidentes de câncer de mama (CM foram comparados com 153 controles, pareados por idade. O objetivo deste estudo foi avaliar a associação entre o risco de CM e níveis séricos do pesticida DDT (DDE. Dados reprodutivos e sócio-demográficos, características da dieta e informação sobre exposição pregressa a pesticidas foram obtidos por meio de questionário. A análise química de amostras de sangue foi realizada através de cromatografia a gaz de alta resolução - ECD. A verossimelhança de desenvolver CM como decorrência de exposição a estas substâncias foi avaliada através de odds ratios (OR, obtidas por técnicas de regressão logística condicional, ajustadas para amamentação do primogênito, hist

  12. Comportamentos de risco entre jovens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Câmara, Sheila Gonçalves

    2005-01-01

    Full Text Available Diariamente, tomamos conhecimento de um grande contingente de ações violentas, aparentemente gratuitas, cometidas por jovens. Além disso, outros aspectos como o problema dos acidentes de trânsito, a crescente epidemia da AIDS em faixas etárias cada vez menores, assim como a alta incidência de gravidez na adolescencia e o consumo elevado de substâncias psicoativas por fovens chamam atenção. Realizamos um mapeamento acerca dos comportamentos de risco de enfrentamento violento, conduta sexual de risco e consumo de drogas ilegais em 389 jovens, estudantes do ensimo médio em escolas públicas e privadas da cidade de Porto Alegre. Foram investigads, ainda, fatores relativos a estratégias de coping, bem estar psicológico e apoio familiar e de amigos. Os resultados indicam um panorama bastante positivo em relação aos comportamentos de risco entre jovens estudantes. Este mapeamento serve de base para intervenções futuras que tenham como direcionamento, incrementar fatores de proteção já presentes na vida dos jovens

  13. Utilização dos equipamentos de proteção individual por mototaxistas: percepção dos fatores de risco e associados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jules Ramon Brito Teixeira

    2014-04-01

    Full Text Available Este estudo objetivou analisar as práticas e percepções de mototaxistas a respeito do uso dos equipamentos de proteção individual (EPI por meio de pesquisa de campo, exploratório- descritiva, de abordagem qualitativa. Foram entrevistados trinta mototaxistas do Município de Jequié, Bahia, Brasil. Para a coleta dos dados, foi utilizada a entrevista semiestruturada, e, como instrumento, o questionário. Os dados foram analisados pela Análise de Conteúdo Temático. Os resultados evidenciaram: Categoria 1 – percepção de risco, subcategoria – condicionantes/determinantes para o uso do EPI; Categoria 2 – adesão, subcategoria – adesão ao uso do equipamento de proteção ocupacional; Categoria 3 – o uso do EPI como fator de proteção em acidentes no trânsito, subcategorias 1 – acidentes ocupacionais, 2 – uso do EPI no momento do acidente, 3 – não uso do EPI no momento do acidente. Por fim, tornou-se explícito que os mototaxistas têm algum conhecimento acerca dos equipamentos de proteção ocupacional e, inclusive, atribuem importância ao devido uso desses instrumentos, entretanto, nem sempre fazem o uso adequado deles.

  14. Fatores de risco, etiologia e aspectos clínicos da mastite em ovelhas de corte no Paraná

    OpenAIRE

    Priscilla F. V. Pereira; Stotzer,Erika S.; Lucienne G. Pretto-Giordano; Ernst E. Müller; Júlio A. N. Lisbôa

    2014-01-01

    A mastite em ovelhas da raça Santa Inês apresenta-se como um problema de grande proporção e gravidade e é dificilmente tratada com sucesso. O objetivo deste estudo foi caracterizar aspectos clínicos, epidemiológicos e etiológicos da mastite clínica em ovelhas de corte criadas no norte do Paraná. O presente estudo foi realizado entre os meses de outubro de 2009 a setembro de 2010 envolvendo 54 rebanhos de ovinos de corte de diferentes raças. Durante as visitas às propriedades, um questionário ...

  15. Estudos dos fatores de risco pré-operatórios para bacteriobilia em doentes portadores de colecistite aguda calculosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Linhares M.M.

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar uma associação entre o quadro clínico pré-operatório e os resultados das culturas de bile e da parece vesicular. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram estudadas 28 variáveis considerando-se história clínica, exame físico e investigação laboratorial em 38 doentes portadores de colecistite aguda calculosa, submetidos à cirurgia de urgência. Este estudo prospectivo foi realizado em 19 meses, entre novembro de 1995 a maio de 1997. Foram realizadas culturas para agentes anaeróbios e aeróbios, em três diferentes meios de cultura (BACTEC 9240, BHI e HEMOBAC. RESULTADOS: Foram isoladas bactérias em pelo menos um meio de cultura em 68,2% dos doentes. Pela análise univariada, foram identificadas cinco variáveis pré-operatórias como preditivas de bacteriobilia: idade acima de 55 anos, temperatura diferencial axilo-retal maior do que 0,4°C, leucocitose acima de 12000 cels/mm³, neutrofilia acima de 75% e neutrófilos bastonetes acima de 4%. Devido ao pequeno tamanho da amostra, não pôde ser observada significância estatística por regressão logística, embora pudesse ser observada em 98% uma tendência para determinação pré-operatória dos indivíduos com cultura positiva por meio do modelo baseado na idade e porcentagem de neutrófilos bastonetes. Pela análise em conjunto dos fatores preditivos, pôde-se observar que doentes com mais de um fator preditivo têm uma possibilidade significantemente maior para cultura positiva, quando comparado com aqueles com fator preditivo de bacteriobilia. CONCLUSÃO: Conclui-se, portanto, que pela utilização de dados facilmente disponíveis em doentes com colecistite aguda calculosa, a bacteriobilia pode ser previsível no pré-operatório,.

  16. Aflatoxinas e ocratoxina A em alimentos e riscos para a saúde humana Aflatoxins and ochratoxin A in food and the risks to human health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eloisa Dutra Caldas

    2002-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: A presença de micotoxinas em alimentos tem sido correlacionada a várias patologias humanas, e as autoridades de saúde no mundo todo têm implementado ações para diminuir a ingestão desses compostos pela dieta. Realizou-se pesquisa para analisar os níveis de aflatoxinas e ocratoxina A de alimentos para consumo e avaliar o potencial de risco da exposição humana a essas micotoxinas. MÉTODOS: Foram analisadas 366 amostras de alimentos consumidos no Distrito Federal, no período de julho de 1998 a dezembro de 2001, como amendoim e derivados, castanhas, milho, produtos de trigo e/ou aveia, arroz e feijão. As amostras foram processadas, e as micotoxinas extraídas, detectadas e quantificadas por fluorescência após separação em cromatografia camada delgada. RESULTADOS: Foram detectadas aflatoxinas em 19,6% das amostras, em amendoim cru e derivados, milho de pipoca, milho em grão e castanha-do-pará (>2 mig/kg. Amendoim e derivados apresentaram maior incidência de contaminação por aflatoxinas (34,7% com amostras contendo até 1.280 mig/kg de AFB1+AFG1 e 1.706 mig/kg de aflatoxinas totais. Das amostras positivas, AFB1 estava presente em 98,5%, AFB2 em 93%, AFG1 em 66,7% e AFG2 em 65,4%. A ocratoxina A não foi detectada (OBJECTIVES: The presence of mycotoxins in food has been associated with several human diseases, and health authorities have taken actions to decrease the ingestion of these compounds in the diet. A study was carried out to assess aflatoxins and ochratoxin A concentrations found in food, and to evaluate the potential risk to human health resulting from mycotoxin exposure. METHODS: Between July 1998 to December 2001, 366 food samples were analyzed, including peanuts and its products, nuts, maize, oat and/or wheat products, rice and beans. Samples were processed and the extracted mycotoxins were detected and separated using thin layer chromatography, and then quantified with fluorescence. RESULTS: Aflatoxins

  17. Fatores de risco associados à intensidade de dor nas costas em escolares do município de Teutônia (RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matias Noll

    2016-06-01

    Full Text Available Resumo Este estudo teve como objetivo verificar a prevalência e intensidade de dor nas costas (DC e os fatores de risco associados a um nível de elevada intensidade de dor em escolares do Ensino Fundamental de Teutônia, RS. Participaram deste estudo epidemiológico 1.597 escolares de 5ª a 8ª séries. Os dados foram coletados por meio de um questionário autoaplicável e analisados a partir de uma análise multivariável e do cálculo das razões de prevalência (RP (α=0,05. Verificou-se que a prevalência de DC nos últimos três meses foi de 55,7% (n = 802 e que a elevada intensidade de DC está associada com as variáveis: frequência de dor (RP = 1,37; p = 0,001, impedimento ao fazer atividades do dia a dia (RP = 1,25; p = 0,001 e meio de transporte do material escolar (RP = 1,10; p = 0,026. Estes resultados podem auxiliar os professores de educação física a planejar suas atividades curriculares.

  18. A nova agenda internacional de segurança põe a democracia brasileira em risco? Does the new international security agenda endanger Brazilian democracy?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Bertazzo

    2007-12-01

    Full Text Available Agenda Internacional de Segurança mudou após o fim da Guerra Fria. Surgiram novas ameaças, frequentemente domésticas, que vão de encontro às tradicionais teorias de segurança. Este artigo analisa documentos oficiais produzidos por atores nacionais e internacionais. É possível concluir que existem incentivos políticos e jurídicos para a participação de militares em atividades policiais. Essa participação, contudo, pode apresentar riscos para a democracia.The international security agenda in the Post-Cold War world has changed. New threats, mostly internal, rather than external, have gained importance and challenge traditional theories of security. This article analyzes official documents produced by national and international actors. It is possible to identify political and legal incentives for the participation of military forces in police activities. This, however, might endanger a democratic regime.

  19. Fatores de risco para nascimentos pré-termo em Londrina, Paraná, Brasil Risk factors for pre-term birth in Londrina, Paraná State, Brazil

    OpenAIRE

    Ana Maria Rigo Silva; Marcia Furquim de Almeida; Tiemi Matsuo; Darli Antonio Soares

    2009-01-01

    Objetivou-se identificar fatores de risco para nascimentos pré-termo por meio de estudo caso-controle populacional que envolve nascidos vivos hospitalares de mães residentes em Londrina, Paraná, Brasil. Os casos foram os 328 nascimentos pré-termo e os controles, uma amostra proporcional de 369 nascimentos com 37 semanas ou mais. Realizou-se análise de regressão logística múltipla hierarquizada. Verificou-se associação (p < 0,05) para as variáveis: sócio-econômicas - moradia em favela e baixa ...

  20. Avaliação do prognóstico cardiovascular em pacientes com teste ergométrico de alto risco pelo escore de Duke e perfusão normal pela cintilografia miocárdica

    OpenAIRE

    Wanderley Jr., Mauro Rogério de Barros

    2014-01-01

    Resumo: Introdução: O prognóstico de pacientes de alto risco pelo escore de Duke (TEARED) e perfusão miocárdica normal-single photon emission tomography (CPM-SPECT) é desconhecido. O índice de mortalidade anual pode variar de 0.45% a 5% baseado em CPM-SPECT normal isolada ou TEARED isolado respectivamente. Objetivo: O objetivo deste estudo foi determinar o prognóstico em pacientes com TEARED sem defeitos de perfusão na CPM-SPECT. Métodos: Um extenso banco de dados de um único centro no Brasil...

  1. Prevalência e fatores de risco para tabagismo em adolescentes Prevalence and risk factors for smoking among adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maura C Malcon

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: O tabagismo é uma das principais causas de enfermidades evitáveis e incapacidades prematuras. Nesse sentido, realizou-se estudo com o objetivo de medir a prevalência e estudar fatores de risco associados ao tabagismo nos adolescentes. MÉTODOS: A partir de um delineamento transversal de base populacional, estudou-se uma amostra representativa de 1.187 adolescentes de 10 a 19 anos, da zona urbana de Pelotas, sul do Brasil. Todos os adolescentes da amostra, de cada domicílio, foram entrevistados por meio de questionário pré-codificado, individual e confidencial. Utilizou-se o teste de Kaplan-Meier para análise da curva de sobrevida. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo na amostra foi de 12,1% (IC95% 10,3%-14%. As prevalências foram similares para os sexos femininos e masculinos. Os fatores de risco para tabagismo na análise multivariada, por regressão logística, foram: maior idade, odds ratio (OR de 28,7 (11,5-71,4, irmãos mais velhos fumantes, OR de 2,4 (1,5-3,8, três ou mais amigos fumantes, OR de 17,5 (8,8-34,8 e baixa escolaridade OR de 3,5 (1,5-8,0. CONCLUSÕES: A prevalência de tabagismo na adolescência mostrou-se alta, na cidade de Pelotas. Campanhas antitabágicas devem ser direcionadas à comunidade e à família tendo o adolescente como alvo. Medidas legais adotadas pelo governo são importantes para impedir o acesso dos adolescentes ao cigarro.OBJECTIVE: Tobacco smoking is one of the main causes of preventable disease and premature disability. Th estudy was aimed at measuring smoking prevalence and related risk factors among adolescents. METHODS: A population-based cross-sectional study was carried out in a representative sample of 1,187 adolescents aged 10 to 19 years living in the urban area of Pelotas, southern Brazil. All adolescents were interviewed separately using a confidential coded questionnaire. Kaplan-Meier test was performed for survival curve analysis. RESULTS: The overall smoking prevalence

  2. Estilo de vida de adolescentes das escolas públicas de ensino fundamental, em Fortaleza/CE, em relação ao risco de hipertensão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Brasileiro de Vasconcelos

    2013-01-01

    Full Text Available Objetivo: analisar o estilo de vida dos adolescentes das escolas públicas de ensino fundamental na cidade de Fortaleza/CE, em relação ao risco de Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS. Métodos: estudo descritivo, exploratório, transversal e quantitativo, realizado com 120 alunos de seis escolas públicas do ensino fundamental na cidade de Fortaleza/CE. A coleta de dados foi realizada de fevereiro a abril de 2007. Para tanto, foi utilizado um questionário estruturado composto de perguntas e respostas objetivas a respeito da prática de atividade física, das horas de sono, do uso de cigarro, dos hábitos alimentares, dos antecedentes familiares com HAS, de quais fatores que causam a HAS, se fazem uso de bebidas alcoólicas e por fim como se deve prevenir a HAS. Resultados: a amostra do estudo foi composta de 120 alunos de ambos os sexos com média de idade de 13,88 anos ± 1,27 ano. Em relação aos fatores de risco, 37,5% (n=45 dos estudantes realizam atividade física mais de duas vezes por semana; em relação ao hábito de fumar 96,67% (n=116 não fumam; sobre a ingestão de alimentos, 50,8% (n=61 ingerem biscoitos com suco; 94,2% (n=113 não fazem uso de bebidas alcoólicas e foi detectado que 65% (n=78 estão abaixo do peso ideal. Outro fator identificado foi que 32,50% (n=39 da amostra apresentam antecedentes familiares de primeiro e/ou segundo graus com afecções cardiovasculares, prevalecendo a HAS em 30%. Conclusão: verificou-se que os alunos realizam pouca atividade física, alimentam-se de forma inadequada com alimentos ricos em gorduras e carboidratos e apresentam antecedentes familiares com afecções cardiovasculares.

  3. Potencial de risco da transmissão transfusional da doença de Chagas em Belo Horizonte (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabeth Bronfen

    1988-03-01

    Full Text Available Com o objetivo de se isolar amostras do Trypanosoma cruzi de chagásicos crônicos, foram submetidos a xenodiagnóstico e hemocultura, 59 pacientes provenientes do ambulatório de um dos Hospitais de Belo Horizonte. Esses pacientes informaram, em entrevista prévia, serem ou terem sido doadores de sangue ou candidatos à uma primeira doação. 44 deles (74,6% já haviam doado sangue de la mais de 20 vezes em diferentes bancos de sangue de Belo Horizonte. O resultado conferido através da realização concomitante de apenas 1 xenodiagnóstico e 1 hemocultura, revelou, no grupo de doadores, 47,7% depositividade parasitológica. Considerando todos os doadores chagásicos crônicos, parasitologicamente comprovados ou não, ocorreram mais de 112 doações. Esse é um dado altamente significativo em relação ao problema de transmissão transfusional da doença de Chagas em bancos de sangue de Belo Horizonte, MG.

  4. Fatores de risco para óbito em pacientes idosos gravemente enfermos Risk factors for death among critically ill elderly patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Collyer Alves

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: A população idosa está aumentando em todo o mundo, assim como a necessidade de cuidados intensivos para os idosos. Existem poucos estudos que investiguem os fatores de risco para óbito em pacientes idosos gravemente enfermos. Este estudo teve o objetivo de investigar os fatores associados ao óbito em uma população de pacientes idosos gravemente enfermos admitidos a uma unidade de terapia intensiva no Brasil. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de coorte que incluiu todos os pacientes idosos (idade ≥ 60 anos admitidos a uma unidade de terapia intensiva em Fortaleza, Brasil, de janeiro a dezembro de 2007. Foi realizada uma comparação entre os sobreviventes e os não sobreviventes, e os fatores de risco para óbito foram investigados por meio de análise univariada e multivariada. RESULTADOS: Foi incluído um total de 84 pacientes, com uma média de idade de 73 ± 7,6 anos, sendo 59% do gênero feminino. A mortalidade foi de 62,8%. A principal causa de morte foi disfunção de múltiplos órgãos (42,3%, seguido por choque séptico (36,5% e choque cardiogênico (9,7%. As complicações durante a permanência na unidade de terapia intensiva associadas com óbito foram insuficiência respiratória (OR = 61; pBACKGROUND: The elderly population is increasing all over the world. The need of intensive care by the elderly is also increasing. There is a lack of studies investigating the risk factors for death among critically ill elderly patients. This study aims to investigate the factors associated with death in a population of critically ill elderly patients admitted to an intensive care unit in Brazil. METHODS: This is a retrospective cohort study including all elderly patients (>60 years admitted to an intensive care unit in Fortaleza, Brazil, from January to December 2007. A comparison between survivors and nonsurvivors was done and the risk factors for death were investigated through univariate and multivariate analysis. RESULTS: A

  5. FREQUÊNCIA DA DIÁSTASE ABDOMINAL EM PUÉRPERAS E FATORES DE RISCO ASSOCIADOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Cristina Barbosa de Luna

    2012-12-01

    Full Text Available Introdução: Na gestação ocorrem expressivas transformações fisiológicas no organismo materno. Alterações hormonais associados ao crescimento uterino podem provocar o estiramento da musculatura abdominal, aumentando a linha da cintura e o alongamento do músculo reto abdominal, causando a formação da diástase dos músculos retos abdominais. Objetivos: Avaliar a frequência e as medidas da diástase abdominal no puerpério imediato e identificar fatores de risco associados. Metodologia: Uma análise de freqüência através de corte transversal foi realizada entre julho de 2010 a junho de 2011, envolvendo 89 puérperas do Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP. Os dados foram coletados através de um questionário, onde utilizou-se os fatores associados à diástase abdominal: idade materna, peso e IMC materno, realização de atividade física, tipo de parto, diabetes, hipertensão e peso do neonato, além da mensuração da diástase abdominal. Resultados: Mulheres submetidas ao parto cesáreo apresentaram maiores valores de diástase abdominal quando comparadas aquelas que fizeram parto normal (p. Conclusões: Características maternas como o peso, bem como seu IMC e a presença de hipertensão, além do peso do neonato e o parto cesáreo são fatores que podem estar associados à frequência e a valores maiores da diástase abdominal. Palavras-chave: Diástase. Reto do abdome. Período Pós-Parto.

  6. Fatores de risco e profilaxia para tromboembolismo venoso em hospitais da cidade de Manaus Risk factors and prophylaxis for venous thromboembolism in hospitals in the city of Manaus, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson de Oliveira Andrade

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar e classificar os fatores de risco para tromboembolismo venoso (TEV em pacientes internados, avaliando as condutas médicas adotadas para a profilaxia da doença. MÉTODOS: Estudo observacional, de corte transversal no período de janeiro a março de 2006, envolvendo uma população de pacientes internados em três hospitais na cidade de Manaus (AM. A estratificação do risco para TEV foi feita com base nos critérios da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular e da International Union of Angiology. Foram avaliados variáveis sobre os fatores de risco clínicos, cirúrgicos e medicamentosos, assim como os métodos profiláticos para TEV. Os dados foram analisados estatisticamente, adotando-se um alfa de 5% e IC95%. Os dados qualitativos foram analisados pelo teste do qui-quadrado e os dados quantitativos pelo teste t de Student. RESULTADOS: Foram estudados 1.036 pacientes num total de 1.051 internações, sendo 515 (49,7% homens e 521 (50,3% mulheres. Um total de 23 de fatores de risco para TEV foram identificados (número total de eventos, 2.319. O risco estratificado para TEV foi de 50,6%, 18,6% e 30,8% das internações para risco alto, moderado e baixo, respectivamente. Em 73,3% das internações, não foram adotadas medidas profiláticas não-medicamentosas durante o período do estudo, e em 74% das internações que apresentavam risco moderado ou alto, não foram adotadas quaisquer medidas terapêuticas medicamentosas. CONCLUSÕES: Este estudo evidenciou que, na população estudada, os fatores de risco foram frequentes e que medidas profiláticas não foram utilizadas para pacientes com riscos potenciais de desenvolverem TEV e suas complicações.OBJECTIVE: To identify and classify risk factors for venous thromboembolism (VTE in hospitalized patients, as well as to evaluate medical practices regarding prophylaxis for the disease. METHODS: An observational cross-sectional study, carried out between

  7. Comportamentos de risco ao HIV em utilizadores de heroína em um distrito português: estudo qualitativo HIV risk behaviors in heroin users in a Portuguese district: a qualitative study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Fabiane Machado Gomes Marsden

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Explorar relatos de utilizadores de heroína sobre seus comportamentos de risco para transmissão do vírus da imunodeficiência humana (HIV no distrito de Vila Real, Portugal, já que a heroína é a droga predominante no que se refere ao uso problemático de drogas em Portugal, e 48% de todas as notificações de infecção por HIV no país são associadas à dependência de drogas. MÉTODO: Utilizadores de heroína recebendo tratamento ambulatorial para dependência em clínica pública foram selecionados aleatoriamente e convidados a participar do estudo. A coleta de dados foi realizada através de entrevista qualitativa semiestruturada, desenvolvida para explorar os relatos dos participantes sobre seu comportamento de risco associado ao uso de heroína. RESULTADOS: Vinte e cinco entrevistas foram realizadas. A idade média foi de 32 anos, e 92% eram homens. Os participantes relataram um tempo médio de uso de heroína de 14,7 anos, e 64% deles mencionaram uso diário da droga. Dois terços relataram uso de heroína e 16% referiram uso intravenoso da droga nos 30 dias anteriores à entrevista. 75% referiram compartilhamento de seringas ou parafernália de injeção. Front-loading ou back-loading foram técnicas comuns e não reconhecidas como comportamento de risco. 84% referiram ter sido testados anteriormente para o HIV. CONCLUSÕES: O desenvolvimento de melhores programas de prevenção ao HIV para este grupo de risco é essencial através do uso de informações sobre movimentos demográficos e padrões de comportamento de utilizadores de heroína, abordando seus comportamentos de risco nas práticas sexuais e no compartilhamento de parafernália de injeção.OBJECTIVE: To explore heroin users' accounts of risk behavior in relation to the transmission of human immunodeficiency virus (HIV in the district of Vila Real, northern Portugal, since heroin is the predominant drug in problematic drug use in Portugal and 48% of the total

  8. Asma ocupacional en envasadores de alimentos

    National Research Council Canada - National Science Library

    Cruz, María Jesús; Albanell, Miquel; Morell Brotad, Ferran; Muñoz, Xavier

    2003-01-01

    ... específica, confirmaron el diagnóstico de asma ocupacional. Si bien el cloruro de polivinilo ha sido el agente involucrado en este tipo de asma, se discuten otros posibles agentes etiológicos...

  9. Indicadores antropométricos de obesidade como instrumento de triagem para risco coronariano elevado em adultos na cidade de Salvador - Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pitanga Francisco José Gondim

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar vários indicadores antropométricos de obesidade e identificar dentre eles qual melhor discrimina o risco coronariano elevado (RCE. MÉTODOS: Estudo de corte transversal, com amostra composta por 968 adultos de 30 a 74 anos de idade, sendo 391 (40,4% do sexo masculino. Foram construídas diversas curvas Receiver Operating Characteristic (ROC e comparadas às áreas sob as mesmas entre o índice de conicidade (índice C, índice de massa corporal (IMC, razão circunferência cintura-quadril (RCCQ, circunferência de cintura (CC e RCE. Verificou-se também a sensibilidade e especificidade para identificar e comparar o melhor ponto de corte entre os diversos indicadores de obesidade para discriminar o RCE. Foi utilizado intervalo de confiança a 95%. RESULTADOS: A maior área sob a curva ROC foi encontrada entre o índice C e RCE, em indivíduos do sexo masculino, 0,80 (0,74-0,85, diferindo significativamente dos demais indicadores de obesidade. Em mulheres, a maior área sob a curva ROC encontrada foi de 0,76 (0,71-0,81, sendo iguais entre índice C, RCCQ e RCE. CONCLUSÃO: Esses resultados demonstram que o índice C e RCCQ são os melhores indicadores de obesidade para discriminar RCE. A CC tem intermediário poder discriminatório e o IMC foi o indicador antropométrico de obesidade menos adequado para discriminar RCE. Estes dados sugerem que os indicadores de obesidade abdominal são melhores para discriminar RCE que os indicadores de obesidade generalizada.

  10. Oficinas de artes visuais: empoderamento e desenvolvimento de habilidades sociais para adolescentes em situação de risco social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Berliete Bolzani

    2016-09-01

    Full Text Available Objetivo: desenvolver oficinas de artes visuais com adolescentes em situação de risco social, com ênfase na intervenção grupal, visando a criação de um espaço de troca de experiências, aproximação social e desenvolvimento de habilidades sociais, além de conhecer suas percepções sobre os trabalhos realizados nas oficinas. Método: estudo de natureza qualitativa, observacional e participante. Foram realizadas 30 oficinas uma vez por semana com um grupo de 18 adolescentes, de 11 a 15 anos, de ambos os sexos, assistidos por uma ONG. As atividades foram registradas em diário de campo, bem como os relatos, comentários, percepções e comportamento dos adolescentes, sobre as atividades realizadas e a impressão que estas lhes causavam. A transcrição destes relatos foi feita posteriormente, mantendo-se a fala original. Resultados: após a realização das oficinas, os adolescentes foram capazes de perceberem a si mesmos com mais assertividade, melhoraram sua autopercepção, foram capazes de identificar suas necessidades, seus limites e terem discernimento sobre o que podiam ou não fazer. Demonstraram maior interesse nos cuidados consigo e com sua aparência pessoal, além de terem modificado sua percepção em relação ao outro. Considerações finais: as oficinas proporcionaram melhora das habilidades sociais, no empoderamento, na autoestima, auxiliando-os a lidarem melhor com as situações do cotidiano. Trata-se de uma estratégia que está em consonância com os princípios da Promoção da Saúde, conforme preconiza a Organização Mundial da Saúde.

  11. Estratégias para promover segurança do paciente: da identificação dos riscos às práticas baseadas em evidências

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Meneses Oliveira

    2014-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar e analisar estratégias para promover a segurança do paciente na perspectiva de enfermeiros assistenciais. Métodos: Estudo descritivo, qualitativo, desenvolvido em hospital público de Fortaleza - CE. A coleta de dados procedeu-se mediante entrevista semiestruturada com 37 enfermeiros, analisada segundo o referencial da análise de conteúdo. As estratégias identificadas para promoção da segurança do paciente foram apresentadas em três categorias: 1. Identificação dos principais riscos relacionados à assistência de enfermagem, 2. Incorporação de práticas seguras e baseadas em evidências e 3. Levantamento de barreiras e oportunidades para um cuidado seguro. Resultados: Os participantes identificaram riscos físicos/químicos, clínicos, assistenciais e institucionais, além de barreiras e oportunidades que implicam na (in segurança do paciente. Por outro lado, referiram práticas embasadas em metas internacionais divulgadas pela Organização Mundial de Saúde. Conclusão: Sugere-se a inclusão e a participação ativa destes profissionais em uma gestão compartilhada para a implantação da cultura de segurança.

  12. PEATE automático em recém nascidos de risco: estudo da sensibilidade e especificidade Automatic ABR in newborns risk: study of sensitivity and specificity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosanna Mariangela Giaffredo Angrisani

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a sensibilidade e especificidade do teste de potencial evocado auditivo de tronco encefálico em equipamento automático (PEATEa, comparando-o ao teste de potencial evocado auditivo de tronco encefálico em equipamento diagnóstico (PEATE em um programa de triagem auditiva neonatal em neonatos de risco. MÉTODO: foram avaliados 186 neonatos, 83 nascidos a termo e 103 pré-termo, sendo 88 do sexo masculino e 98 feminino. A triagem constou de emissões otoacústicas evocadas por estímulos transientes (EOAT, PEATEa e ao PEATE na mesma semana. RESULTADOS: dos 186 neonatos avaliados, 156 (83,9% apresentaram audição normal. A perda condutiva foi encontrada em 9 neonatos (4,8%,sendo 7 bilaterais e 2 unilaterais. A perda auditiva coclear foi observada em 5 neonatos (2,7% sendo um unilateral. Alteração central foi obtida em 11 neonatos (5,9% e um neonato foi diagnosticado como espectro da neuropatia auditiva -ENA(0,5%.Em 4 casos houve atraso maturacional na avaliação inicial com normalização das respostas no mês seguinte Comparando-se os resultados do PEATEa com o PEATE, observou-se alta sensibilidade ( superior a 99% para identificação de perda coclear,condutiva, central, atraso maturacional e ENA .A especificidade do PEATEa foi de 100% para ENA, mediana para perda coclear (75% na OD e 60% na OE, e para alterações centrais (54,5%OD e 63,6% OE. Para identificação de perdas condutivas (inferior a 43%. CONCLUSÃO: o PEATEa foi eficaz na identificação das neuropatias auditivas com elevada especificidade e sensibilidade. Contudo, falsos negativos foram observados para perdas cocleares, condutivas, para alterações centrais e atraso maturacional.PURPOSE: to study the sensitivity and specificity of automatic ABR in comparison to diagnostic ABR of newborns under risk in a neonatal hearing screening program. METHOD: one hundred and eighty six neonates were evaluated, 83 born at term and 103 were pre terms, 88 male and 98

  13. Estado nutricional, consumo alimentar e risco cardiovascular: um estudo em universitários Nutritional status, food consumption and cardiovascular risk: a study on university students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina de Moraes Vasconcelos Petribú

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a proporção de fatores de risco para doenças cardiovasculares, dando ênfase aos fatores nutricionais, em alunos da área de saúde de uma universidade pública do Recife. MÉTODOS: Foram avaliados 250 estudantes por um questionário que abordou aspectos biossociais, dados sobre estilo de vida, história familiar para doenças cardiovasculares, variáveis antropométricas e consumo alimentar, avaliado pelo Recordatório de 24horas. RESULTADOS: Foi encontrada a seguinte freqüência para os fatores de risco analisados: tabagismo (2,8%, sedentarismo (41,7%, excesso de peso (35,5% e 5,3% nos sexos masculino e feminino, respectivamente pOBJECTIVE: This study aimed to describe the proportion of risk factors for cardiovascular diseases, emphasizing nutritional factors, among health students from a public university in Recife, Brazil. METHODS: Two hundred and fifty students were assessed through a questionnaire that addressed biosocial aspects, lifestyle data, family history for cardiovascular diseases, anthropometric variables and food consumption determined by the 24-hour recall. RESULTS: The following rates were found for the assessed risk factors: smoking (2.8%, inactivity (41.7%, overweight (35.5% among men and 5.3% among women, p<0,01, family history of hypertension (35.5%, diabetes (11.3%, obesity (20.2% and death of close relatives before age 50 due to cardiovascular diseases (14.8%. Regarding food consumption, a high percentage of individuals had inappropriate energy intake and a low percentage had inappropriate protein and carbohydrate intakes. Regarding the fat profile of the diet, more than 40.0% of the students consumed more cholesterol than the recommended levels and 17.9% of the men and 44.8% of the women consumed high amounts of saturated fat (p<0.01. The consumption of linoleic acid and monounsaturated and polyunsaturated fatty acids was inadequate in more than 95% of the individuals under study. CONCLUSION: The

  14. Ocorrência de parasitos gastrointestinais e fatores de risco de parasitismo em gatos domésticos urbanos de Santa Maria, RS, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Lamberti Pivoto

    2013-08-01

    Full Text Available Neste trabalho, verificou-se a ocorrência de parasitos gastrointestinais em gatos urbanos domiciliados no município de Santa Maria, RS, no período de março a junho de 2011. Além disso, foram avaliados os fatores de riscos relacionados com a infecção dos parasitos gastrointestinais. Coletou-se 191 amostras de fezes de felinos para a realização de exames coproparasitológico e aplicado um questionário epidemiológico aos proprietários, contendo questões relativas aos hábitos e manejo dos seus animais. Das amostras fecais analisadas, 47,1% (90/191 foram positivas para um ou mais parasitas gastrointestinais, sendo 33,5% (64/191 identificadas como mono-infecção e 13,6% (26/191 como multi-infecção. Toxocara spp. (18,8% e Giardia spp. (4,2% foram os principais parasitos encontrados na mono-infecção. Na multi-infecção, as principais associações de parasitos detectadas incluíram: Ancylostoma spp. + Toxocara spp. (3,1% e Cystoisospora spp. + Cryptosporidium spp. + Giardia spp. + Toxoplasma spp. + Toxocara spp. (1,5%. Os dados epidemiológicos foram submetidos ao teste qui-quadrado, Fischer, análise da relação de chances (OR, também analisada a relação entre os diferentes fatores epidemiológicos e a presença de parasitos gastrointestinais (P>0,05. Os principais fatores de risco identificados foram: a escolaridade dos proprietários e a frequência de realização de tratamentos antiparasitários, os quais exerceram influência direta na ocorrência de parasitos gastrointestinais. Os dados obtidos contribuem para o conhecimento da epidemiologia das parasitoses gastrointestinais, bem como poderão auxiliar médicos veterinários e proprietários na elaboração de estratégias de controle e profilaxia antiparasitária para gatos domésticos.

  15. Direitos da Criança em Portugal: os desassossegos dos riscos na/da Infância

    OpenAIRE

    Tomás, Catarina Almeida; Fernandes, Natália

    2011-01-01

    Podemos considerar o século XX como o século dos direitos da criança. É neste século que se edificou um quadro jurídico-legal de protecção às crianças e surgiram as associações, instituições e organizações transnacionais, nacionais e locais em prol da infância. A análise da situação da infância em Portugal caracteriza-se por um conjunto de avanços, impasses e retrocessos, desassossegos e desafios, na afirmação dos direitos da criança e na edificação de condições de bem-estar social para e...

  16. Associação entre peso de nascimento e fatores de risco cardiovascular em adolescentes Association between birth weight and cardiovascular risk factors in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Amenaide Carvalho Alves de Sousa

    2013-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Peso ao nascer (PN é um determinante de risco a médio e longo prazo de fatores de risco cardiovascular. OBJETIVO: Estudar a associação entre peso ao nascer e fatores de risco cardiovascular em adolescentes de Salvador. MÉTODOS: Estudo de corte transversal com grupos de comparação por PN. Amostra composta de 250 adolescentes, classificados segundo IMC: normal alto (>p50 e p85 ep95. As variáveis de risco para comparação foram: circunferência abdominal, pressão arterial, perfil lipídico, glicemia, insulina sérica, HOMA-RI e síndrome metabólica. Peso de nascimento foi informado pelos pais e classificado como baixo peso (PN 4.000g. RESULTADOS: Cento e cinquenta e três (61,2% meninas, idade 13,74 ± 2,03 anos, PN normal 80,8%, baixo PN 8,0% e alto PN 11,2%. Observou-se maior frequência de obesidade (42,9%, p=0,005, PAS e PAD elevadas (42,9%, p=0,000 e 35,7%, p=0,007, respectivamente e síndrome metabólica (46,4%,p =0,002 no grupo com PN alto em relação ao PN normal. Indivíduos de alto PN apresentaram RP para PAS elevada 3,3(I.C. 95%, 1,7-6,4 e para obesidade 2,6 (I.C. 95%, 1,3-5,2 em relação aos com PN normal. A CA foi 83,3 ± 10,1 [p=0,038] nos adolescentes com alto PN. O perfil lipídico não mostrou diferenças estatisticamente significantes. CONCLUSÃO: Os dados sugerem que obesidade, PAS e PAD elevadas e síndrome metabólica na adolescência têm chance significativa de associar-se a alto peso no nascimento.BACKGROUND: Birth weight (BW is a medium- and long-term risk determinant of cardiovascular risk factors. OBJECTIVE: To assess the association between BW and cardiovascular risk factors in adolescents of the city of Salvador, Bahia state. METHODS: Cross-sectional study with comparison of BW groups. Sample comprising 250 adolescents classified according to the BMI as follows: high-normal (> 50th percentile and 85th percentile and 95th percentile. The risk variables compared were as follows: waist

  17. Potencial de risco da transmissão transfusional da doença de Chagas em Belo Horizonte (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabeth Bronfen

    1988-03-01

    Full Text Available Com o objetivo de se isolar amostras do Trypanosoma cruzi de chagásicos crônicos, foram submetidos a xenodiagnóstico e hemocultura, 59 pacientes provenientes do ambulatório de um dos Hospitais de Belo Horizonte. Esses pacientes informaram, em entrevista prévia, serem ou terem sido doadores de sangue ou candidatos à uma primeira doação. 44 deles (74,6% já haviam doado sangue de la mais de 20 vezes em diferentes bancos de sangue de Belo Horizonte. O resultado conferido através da realização concomitante de apenas 1 xenodiagnóstico e 1 hemocultura, revelou, no grupo de doadores, 47,7% depositividade parasitológica. Considerando todos os doadores chagásicos crônicos, parasitologicamente comprovados ou não, ocorreram mais de 112 doações. Esse é um dado altamente significativo em relação ao problema de transmissão transfusional da doença de Chagas em bancos de sangue de Belo Horizonte, MG.Fifty nine chronic chagasic individuals from a out-patient clinics in Belo Horizonte, who use to act as blood donors were submitted to xenodiagnosis and hemocultures for isolating Trypanosoma cruzi. Forty four of them (74.5% had already given blood 1 to 20 times. The results, based on only one xenodiagnosis and one blood culture per patient revealed 47. 7% of parasitological positivity. The whole population studied wes responsible for 112 donations. These data stress the importance of transmission of Chagas disease through blood transfusion in Belo Horizonte.

  18. Comportamentos sexuais de risco e preventivos masculinos: resultados de uma amostra recolhida através da internet em Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nuno Nodin

    2015-06-01

    Full Text Available Pretendeu-se com a pesquisa realizada estudar e comparar padrões de testagem em relação ao VIH; resultados do teste para o VIH; e comportamentos sexuais preventivos de homens homo, hetero e bissexuais. Os dados foram recolhidos através de um questionário on-line. A amostra foi constituída por 732 participantes com idade média de 32,2 anos, dos quais 53,7% identificaram-se como homossexual/gay; 27,4%, como heterossexual; e 18,3%, como bissexual, refletindo a divulgação privilegiada do estudo junto a organizações de lésbicas, gays, bissexuais e transgênero (LGBT. Nunca tinham realizado o teste para o VIH 26,6% dos participantes; 7,2% indicaram ser portadores do HIV. Homens gays apresentaram níveis significativamente mais elevados de testagem para o VIH e de soropositividade, quando comparados com os restantes. No geral, verificou-se ainda que homens gays indicaram ter mais comportamentos preventivos. Todos os grupos estudados apresentaram padrões comportamentais específicos e diferenciados em relação ao VIH. Conclui-se que são de grande importância intervenções comportamentais desenhadas à medida das necessidades dos diferentes grupos estudados, em particular junto aos homens heterossexuais e gays.

  19. A evicção de bens adquiridos em hasta pública e a responsabilidade sobre seus riscos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maiara Amaral dos Santos

    2006-12-01

    Full Text Available A evicção é uma figura jurídica admitida desde o direito romano. Porém a responsabilidade, diante de sua ocorrência em aquisições como a arrematação, sempre foi questão cabível de várias alterações e divergências ao longo do tempo. Geralmente atrelada aos contratos onerosos, sua ocorrência em aquisições através de hasta pública foi positivada apenas no Novo Código Civil no ordenamento jurídico brasileiro. Apesar disso, os questionamentos a respeito da atribuição de responsabilidade em tais alienações continuam admitindo diferentes entendimentos de acordo com as correntes teóricas seguidas Estas, trazem alienante, adquirente e Estado, assumindo diferentes papéis, e com base nisso imputam suas responsabilidades. Partindo das divergências apresentadas é que se propõe o presente artigo, que objetiva discutir o tema.

  20. Frequência elevada de calcinose em dermatomiosite juvenil: estudo de fatores de risco High frequency of calcinosis in juvenile dermatomyositis: a risk factor study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gleice Clemente

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a frequência de calcinose em pacientes com dermatomiosite juvenil, bem como estudar possíveis fatores de risco para essa manifestação. MÉTODOS: Revisão de prontuários de 34 pacientes, com ênfase nas características demográficas, clínicas e laboratoriais, tipo de tratamento e adesão, tipo de evolução (monocíclico, crônico e policíclico e gravidade da doença. Os pacientes foram separados em grupos: aqueles que desenvolveram calcinose (até o sexto mês de acompanhamento ambulatorial e após seis meses de acompanhamento e os que não desenvolveram calcinose. Vinte e sete pacientes fizeram dois exames de capilaroscopia periungueal (CPU, os quais foram considerados alterados quando era encontrado padrão escleroderma. RESULTADOS: A média de idade de início dos sintomas dos 34 pacientes foi de 6,5 anos, e o tempo até o diagnóstico foi de 1,2 anos. Setenta por cento eram meninas. Metade dos pacientes teve curso monocíclico da doença, e apenas 14,7% tiveram vasculite grave. Quase 90% dos pacientes que realizaram CPU tiveram alteração na primeira avaliação, e 74% tiveram alteração na segunda avaliação, com uma média de 1,6 anos entre as duas. Dezesseis (47,1% pacientes apresentaram calcinose. Não houve associação entre as variáveis analisadas e o desenvolvimento da calcinose. CONCLUSÃO: Não conseguimos demonstrar a presença de fatores de risco para calcinose, apesar de termos encontrado uma frequência dessa complicação em cerca de metade dos pacientes com dermatomiosite juvenil.OBJECTIVE: To assess the frequency of calcinosis in patients with juvenile dermatomyositis, and the possible risk factors for that manifestation. METHODS: Medical record review of 34 patients, with an emphasis on the following characteristics: demographic, clinical and laboratory data; type of treatment; adherence to treatment; disease course (monocyclic, chronic and polycyclic; and disease severity. Patients were

  1. Do the health benefits of cycling outweigh the risks? Os benefícios à saúde em andar de bicicleta superam os riscos?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeroen Johan de Hartog

    2011-12-01

    Full Text Available Although from a societal point of view a modal shift from car to bicycle may have beneficial health effects due to decreased air pollution emissions and increased levels of physical activity, shifts in individual adverse health effects such as higher exposure to air pollution and risk of a traffic accident may prevail. We have summarized the literature for air pollution, traffic accidents, and physical activity using systematic reviews supplemented with recent key studies. We quantified the impact on all-cause mortality when 500,000 people would make a transition from car to bicycle for short trips on a daily basis in the Netherlands. We estimate that beneficial effects of increased physical activity are substantially larger (3-14 months gained than the potential mortality effect of increased inhaled air pollution doses (0.8-40 days lost and the increase in traffic accidents (5-9 days lost. Societal benefits are even larger because of a modest reduction in air pollution and traffic accidents. On average, the estimated health benefits of cycling were substantially larger than the risks relative to car driving for individuals shifting their mode of transport.Embora uma mudança do uso de carro para bicicleta possa trazer efeitos benéficos para a saúde devido à diminuição da poluição do ar e a um aumento da atividade física, esta mudança também pode trazer efeitos adversos à saúde como exposição à poluição e risco de acidentes de trânsito, os quais podem superar os benefícios. Nós resumimos a literatura sobre poluição do ar, acidentes de trânsito e atividade física, utilizando revisões sistemáticas suplementadas com estudos recentes. Quantificamos também o impacto na causa de mortalidade se 500 mil pessoas fizessem a transição de carro para bicicleta em viagens curtas diárias na Holanda. Estimamos que os efeitos benéficos do aumento da atividade física são substancialmente maiores do que o efeito potencial da

  2. Análise Computadorizada da Cardiotocografia Anteparto em Gestações de Alto Risco Computerized Antepartum Cardiotocography Analysis in High Risk Pregnancies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseli Mieko Yamamoto Nomura

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivos: analisar a freqüência dos resultados das cardiotocografias computadorizadas realizadas em gestantes de alto risco e relacionar o critério proposto pelo sistema com os resultados perinatais. Métodos: estudamos prospectivamente 233 gestantes de alto risco que realizaram 485 cardiotocografias computadorizadas. Foram excluídos casos de anomalias fetais e os exames com perda de sinal superior a 20% (proporção de episódios de 3,75 milissegundos do traçado onde não se constata intervalo de pulso por perda de captação dos sinais de batimentos cardíacos fetais. Para estudo da associação da cardiotocografia com os resultados perinatais, analisou-se o último exame realizado na semana anterior ao parto (71 casos, excluindo-se casos com diagnóstico de diástole zero ou reversa na dopplervelocimetria das artérias umbilicais. Resultados: após a exclusão de 33 exames com perda de sinal superior a 20%, constatou-se que 404 cardiotocografias foram caracterizadas como normais (83,3%. Quanto à duração do exame, em 62,1% foi de até 20 minutos e em 79,0% de até 30 minutos. A análise das correlações com os resultados perinatais demonstrou associação significativa (pPurpose: to study computerized cardiotocography performed in high-risk pregnancies, analyze the results, and correlate the criteria to perinatal results. Patients and Methods: two hundred and thirty-three high-risk pregnancies were studied prospectively, performing a total of 485 computerized cardiotocographies. The exclusion criteria included fetal anomalies and signal loss over 20% (proportion of 3.75-millisecond periods in which there were no valid pulse intervals. The perinatal results of 71 pregnancies were correlated to the last cardiotocography, performed at least seven days before birth, excluding patients with absent or reversed end diastolic velocities in the umbilical arteries. Results: thirty-three examinations with signal loss over 20% were excluded. The

  3. O risco espacial e fatores associados ao edentulismo em idosos em município do Sudeste do Brasil Spatial risk and factors associated with edentulism among elderly persons in Southeast Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael da Silveira Moreira

    2011-10-01

    Full Text Available Objetivou-se identificar fatores associados ao edentulismo e o seu risco espacial em idosos. Foi realizado um estudo transversal em uma amostra de 372 indivíduos de 60 anos e mais, no Município de Botucatu, São Paulo, Brasil, em 2005. Razões de prevalência brutas e ajustadas foram estimadas por meio de regressão de Poisson, com estimativa robusta da variância e procedimentos de modelagem hierárquica. A análise espacial foi realizada por estimativas de densidade de Kernel. A prevalência de edentulismo foi de 63,17%. Os fatores sociodemográficos associados ao edentulismo foram a baixa escolaridade, o aumento do número de pessoas por cômodo, não possuir automóvel e idade mais avançada, presença de comorbidades, ausência de um cirurgião-dentista regular e ter realizado a última consulta há três anos ou mais. A análise espacial mostrou maior risco nas áreas periféricas. Obteve-se uma melhor compreensão da perda dentária entre os idosos, subsidiando o planejamento de ações em saúde coletiva.This study aimed to identify factors associated with edentulism and spatial risk of tooth loss in the elderly. A cross-sectional study was conducted using a random sample (n = 372 of individuals 60 years and older in Botucatu, São Paulo State, Southeast Brazil, in 2005. Crude and adjusted prevalence ratios were estimated by Poisson regression with robust variance. Spatial analysis was performed using Kernel intensity estimation. Prevalence of edentulism was 63.17%. Socio-demographic factors associated with edentulism according to multiple regression were low schooling, household crowding, not owning a car, older age, lack of a regular dentist, and the last dental visit three previously or longer. Spatial analysis showed greater risk of edentulism in the peripheral areas of the city. The results help understand the high prevalence of tooth loss among the elderly, thus providing essential information for planning oral health

  4. Hipertensão arterial e alguns fatores de risco em uma capital brasileira High blood pressure and some risk factors in a brazilian capital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo César B. Veiga Jardim

    2007-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência da hipertensão arterial (HA e de alguns fatores de risco cardiovasculares na população adulta de uma capital brasileira. MÉTODOS: Estudo descritivo, observacional e transversal, de base populacional, fundamentado em inquérito domiciliar de amostra aleatória simples (>18a. Questionários padronizados, colhidas informações sociodemográficas, realizadas medidas de PA (duas tomadas, peso, altura, circunferência abdominal. Dados armazenados (programa Microsoft Access e analisados através do programa Epi Info 6. Foi considerada última medida da PA (critério de HA ±140x90 mmHg. RESULTADOS: Avaliamos 1.739 pessoas (87% do previsto. Predomínio do sexo feminino (65,4%, média de idade de 39,7 anos (±15,6. A prevalência de HA foi de 36,4%, sendo maior entre homens (41,8% que entre mulheres (31,8%. Encontrada correlação positiva da HA com IMC, circunferência da cintura (CC e faixa etária, enquanto o sexo feminino representou fator de proteção para o risco de hipertensão. Prevalência de sobrepeso 30,0% e de obesidade 13,6%. Sobrepeso maior entre as mulheres e obesidade entre os homens. Tabagismo teve prevalência de 20,1%, mais freqüente entre homens (27,1% que entre mulheres (16,4%. Sedentarismo presente em 62,3% da população, sem diferenças entre os sexos. Hábito da ingestão regular de bebidas alcoólicas em 44,4% dos indivíduos, mais freqüente entre homens. CONCLUSÃO: Indicadores de HA e de outros fatores de risco cardiovascular (em particular sobrepeso/obesidade mostram-se elevados. Esses dados reforçam a necessidade da implementação de medidas objetivas em âmbito nacional, visando combater esses agravos à saúde, com vistas à redução da morbidade e mortalidade por DCV.OBJECTIVES: Estimate the prevalence of hypertension and some cardiovascular risk factors in the adult population of a major city in Brazil. METHODS: Descriptive, observational, transversal population-based study

  5. Risco cardiovascular em vegetarianos e onívoros: um estudo comparativo Cardiovascular risk in vegetarians and omnivores: a comparative study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Moreira de Almeida Teixeira

    2007-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Estudos clínicos e epidemiológicos demonstram grande associação da dieta com os agravos crônicos, particularmente com os eventos cardiovasculares, apesar de ainda não compreendidos todos os seus mecanismos de ação. OBJETIVO: Descrever e analisar o risco cardiovascular em vegetarianos e onívoros residentes na Grande Vitória/ES, na faixa etária de 35 a 64 anos. MÉTODOS: Para avaliação do risco cardiovascular foi realizado estudo de coorte histórico com 201 indivíduos. Foram incluídos 67 vegetarianos há no mínimo 5 anos, provenientes da Grande Vitória, e 134 onívoros, participantes do Projeto MONICA/Vitória, pareados por classe socioeconômica, sexo, idade e raça. Medidas bioquímicas e hemodinâmicas foram obtidas na Clínica de Investigação Cardiovascular da UFES. Para comparação de proporções, foi usado o teste chi2 e calculada a razão de prevalência. O risco cardiovascular foi calculado por meio do algoritmo de Framingham. RESULTADOS: A idade média do grupo foi de 47 ± 8 anos e o tempo médio de vegetarianismo 19 ± 10 anos, sendo a dieta ovolactovegetariana seguida por 73% dos vegetarianos. Pressão arterial, glicemia de jejum, colesterol total, colesterol de lipoproteína de baixa densidade (LDL-colesterol e triglicerídeos foram mais baixos entre vegetarianos (pBACKGROUND: Clinical and epidemiological studies have demonstrated a strong association between eating habits and chronic diseases, particularly cardiovascular events, although not all the mechanisms of action are understood. OBJECTIVE: To describe and analyze the cardiovascular risk (CVR in vegetarians and omnivores residing in Greater Vitória, State of Espírito Santo, Brazil, in the age range from 35 to 64 years. METHODS: To evaluate CVR in the groups, a historical cohort study with 201 individuals was conducted. Sixty seven individuals who had been following a vegetarian diet for at least five years, and who were from Greater Vit

  6. Exercício físico e fatores de risco cardiovasculares em mulheres obesas na pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Federighi Baisi Chagas

    2015-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: o exercício físico tem sido recomendado, como estratégia terapêutica não farmacológica, no tratamento de importantes fatores de risco cardiovascular. OBJETIVO: analisar o impacto de um programa de exercício físico, adaptado à realidade das Unidades de Saúde da Família (USF, sobre a composição corporal, fatores de risco cardiovasculares e Escore de Framingham de mulheres obesas na pós-menopausa. MÉTODOS: 70 mulheres entre 50 e 79 anos, sedentárias, obesas e sem menstruar por no mínimo doze meses, foram distribuídas aleatoriamente em um grupo treinado (GT (n=35 e um não treinado (GnT (n=35. O GT participou de vinte semanas de um programa de exercícios físicos com três sessões semanais, constituído por atividades de monitoramento e aquecimento (10 min; 25 min de exercício de flexibilidade e força; 50 min de caminhada com intensidade entre 50 a 65% do VO2max; e 5 min de relaxamento. O GnT foi orientado a manter suas atividades normais. RESULTADOS: o GT apresentou reduções significativas do índice de massa corporal (30,1+3,7 vs. 29,3+3,7; p=0,0001, circunferência de cintura (93,3+10,3 vs. 89,1+10,4; p=0,0001, percentual de gordura (54,2+2,9 vs. 53,2+3,3; p=0,0001, pressão arterial sistólica (128,0+14,6 vs. 119,2+10,3; p=0,0001, triglicerídeos (148,4+66,1 vs. 122,8+40,7; p=0,006, VLDL colesterol (29,7+13,2 vs. 24,5+8,0; p=0,005 e Escore de Framingham (13,08+4,0 vs. 11,77+4,1; p=0,010. No grupo não treinado foram observados aumentos significativos do percentual de gordura (55,0+4,0 vs. 57,0+3,8; p=0,0001, pressão arterial sistólica (128,6+10,5 vs. 133,7+12,0; p=0,001, glicemia de jejum (95,2+18,4 vs. 113,7+28,8; p=0,001 e Escore de Framingham (12,82+3,2 vs. 13,91+4,0; p=0,043, como também reduções do HDL colesterol (55,1+10,5 vs. 51,7+11,0; p=0,017. CONCLUSÃO: o programa de exercício físico adaptado às condições de USF foi efetivo na redução dos fatores de risco cardiovascular de mulheres

  7. FACTORES DE RIESGO DE ETAS, EN UNA COMUNIDAD UNIVERSITARIA EN COLOMBIA FATORES DE RISCO PARA AQUISIÇÃO DOENÇAS TRANSMITIDAS POR ALIMENTOS, EM UMA UNIVERSIDADE EM COLOMBIA THE RISK FACTORS OF DTF, IN A COLOMBIA UNIVERSITY COMMUNITY

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LILIANA SERNA C.

    2012-06-01

    Full Text Available Los alimentos constituyen una necesidad inherente al ser humano, y estos deben ser consumidos inocuos, es decir, que no representen riesgo para la salud del consumidor. Como un mecanismo de protección de la salud de una comunidad universitaria, en este trabajo se identificaron y evaluaron los factores de riesgo para adquirir enfermedades trasmitidas por alimentos (ETA en 4 expendios de alimentos de una comunidad universitaria en Colombia. Se realizó un diagnóstico del cumplimiento de buenas prácticas de manufactura utilizando una metodología de fácil aplicación en cualquier país del mundo y se realizó análisis microbiológico de alimentos, equipos y superficies. Los principales factores de riesgo encontrados fueron la falta de programas documentados de limpieza y desinfección, la ausencia de programas de residuos sólidos, la deficiencia en los programas de control de plagas, el mal diseño de las edificaciones y la presencia de coliformes de origen fecal en jugos de fruta y en ensaladas frescas.Alimento é uma necessidade inerente à condição humana, e estes devem ser consumidos com segurança, ou seja, que não representem risco à saúde dos consumidores. Como um mecanismo para proteger a saúde de um comunidade universitária, neste trabalho foram identificados e avaliados fatores de risco para adquirir doenças transmitidas por alimentos (DTA em 4 estabelecimentos de comida em um colégio da comunidade na Colômbia. Um diagnóstico de conformidade com boas práticas de fabricação utilizando uma metodologia de fácil aplicação em qualquer país do mundo, e realizada análise microbiológica de alimentos, equipamentos e superfícies. Os principais fatores de risco encontrados foram a falta de programas documentados para limpeza e desinfecção, a ausência de programas de resíduos sólidos, a deficiência em programas de controle de pragas, a má concepção dos edifícios e à presença de coliformes fecais em sucos de

  8. Riscos na reutilização de produtos médicos esterilizados em óxido de etileno

    OpenAIRE

    Sundin, Mônica Saladini

    2014-01-01

    O presente estudo analisou 275 resultados de resíduos de óxido de etileno (OE) e subprodutos tais como etilenoglicol (ETG) e etilenocloridrina (ETCH), em produtos médicos esterilizados com óxido de etileno. A metodologia utilizada difere de outros estudos por não ser uma simulação, mas sim casos reais de produtos esterilizados nos quais se mediu a quantidade de resíduos. As quantidades de resíduos obtidas foram comparadas com os limites máximos estabelecidos por normas. Observou-se uma grande...

  9. Trabalho rural e fatores de risco associados ao regime de uso de agrotóxicos em Minas Gerais, Brasil

    OpenAIRE

    Wagner Soares; Almeida,Renan Moritz V. R.; Sueli Moro

    2003-01-01

    O objetivo deste artigo foi caracterizar o processo do trabalho rural em nove municípios de Minas Gerais, considerando indicadores sócio-demográficos, a estrutura agrária dos estabelecimentos rurais, práticas de trabalho relacionadas ao uso de agrotóxicos e, a intoxicação associada a seu uso. Os dados foram obtidos de uma pesquisa realizada pela Fundação Jorge Duprat Figueiredo, de Segurança e Medicina do Trabalho, que aplicou um questionário a 1.064 trabalhadores rurais, entre os anos de 199...

  10. Estado nutricional em gestações de alta risco: complicações do parto, puerpério e análise do consumo dietético

    OpenAIRE

    Leticia Vieira de Paiva

    2012-01-01

    OBJETIVO: Analisar a associação entre o estado nutricional materno em gestações de alto risco e complicações do parto, do puerpério e análise do consumo dietético dessas gestantes. MÉTODOS: Estudo prospectivo e observacional realizado no período de agosto de 2009 a agosto de 2010, com os seguintes critérios de inclusão: puérperas até o quinto dia; idade acima de 18 anos; gestação de alto risco; feto único e vivo no início do trabalho de parto; parto na Instituição; peso materno aferido no dia...

  11. Obesidade materna em gestações de alto risco e complicações infecciosas no puerpério Maternal obesity in high-risk pregnancies and postpartum infectious complications

    OpenAIRE

    Letícia Vieira de Paiva; Roseli Mieko Yamamoto Nomura; Maria Carolina Gonçalves Dias; Marcelo Zugaib

    2012-01-01

    OBJETIVO: Analisar a associação entre a obesidade materna e complicações infecciosas do puerpério em gestações de alto risco. MÉTODOS: Estudo prospectivo de ago/2009 a ago/2010, com os seguintes critérios de inclusão: puérperas até o 5º dia; idade >18 anos; gestação de alto risco; feto único e vivo no início do trabalho de parto; parto na instituição; peso materno aferido no dia do parto. O estado nutricional no final da gestação foi avaliado pelo índice de massa corporal (IMC), aplicando-se ...

  12. Provisão em crédito nos bancos de varejo : a aplicação de um modelo estatístico para análise de risco de pessoas jurídicas

    OpenAIRE

    Lima, Marco Antonio Ferreira

    2003-01-01

    O estudo trata da mensuração do risco de crédito, com o objetivo de indicar o valor a provisionar na conta de créditos de liquidação duvidosa. Parte da seguinte proposição: clientes com perfis semelhantes, de bancos de varejo concorrentes, ao terem seus riscos de crédito avaliados por método quantitativo, recebem aproximadamente a mesma classificação. Nesse contexto, as distribuições de provisão em crédito desses bancos seriam aproximadamente homogêneas. A análise emprega técnica estatística ...

  13. O uso de dados de alta freqüência na estimação da volatilidade e do valor em risco para o IBOVESPA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Maurício de Souza Moreira

    2004-03-01

    Full Text Available Este artigo investiga o uso de dados de alta freqüência na estimação das volatilidades diária e intradiária do IBOVESPA e no cálculo do valor em risco (VaR. Os modelos GARCH e EGARCH são usados em conjunto com métodos determinísticos de filtragem de sazonalidade para a previsão da volatilidade e do VaR intradiários. Uma comparação com o método não-paramétrico baseado no quantil empírico é efetuada. No cálculo do VaR diário, dois métodos simples de previsão buscam captar a informação de volatilidade contida nos dados de alta freqüência. O primeiro utiliza o desvio padrão amostral com janela móvel e o segundo faz uso da técnica de alisamento exponencial. Alguns métodos tradicionais aplicados a dados diários são usados para comparação. No cálculo do VaR diário, os dois métodos baseados em dados intradiários apresentaram bom desempenho. No cálculo do VaR intradiário, os resultados mostram que a filtragem do padrão sazonal é indispensável à obtenção de medidas úteis de volatilidades com o uso dos modelos GARCH e EGARCH.This paper investigates the use of high frequency data in the estimation of daily and intraday volatility, in order to compute value at risk (VaR forecasts for the IBOVESPA. GARCH models and deterministic methods for the filtering of seasonal patterns are used in the computation of intraday volatility and VaR forecasts. A comparison with a non-parametric method based on the empirical quantile is done. For daily VaR two simple methods seek to extract the volatility information conveyed by the high frequency data. The first method is based on the sample standard deviation with a moving window, while the second is based on exponencially weighted moving average. Some traditional methods applied to daily data are used for benchmarking. Both methods tested present good performance. For intraday VaR the results indicate that the filtering of the seasonal pattern is a fundamental step in

  14. Melanoma hereditário: prevalência de fatores de risco em um grupo de pacientes no Sul do Brasil Hereditary melanoma: prevalence of risk factors in a group of patients in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Charles André Carvalho

    2004-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: Aproximadamente 10% dos casos de melanoma são atribuíveis a mutações em genes de predisposição, sendo, portanto, hereditários. OBJETIVOS: Este estudo avalia a prevalência de fatores de risco para melanoma hereditário em um grupo de pacientes com melanoma no sul do Brasil. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram estudados 195 pacientes com diagnóstico de melanoma admitidos consecutivamente no Hospital de Clínicas de Porto Alegre entre janeiro de 1999 e junho de 2000. RESULTADOS: A idade média ao diagnóstico de melanoma foi de 48 anos em homens e 44,9 anos em mulheres. Dos 133 pacientes cuja história familiar encontrava-se registrada no prontuário, 13 (9,8% apresentavam história familiar de melanoma. A presença de ao menos um fator de risco importante para predisposição hereditária ao melanoma foi constatada em 31 pacientes (16%; IC 95% 10,9% - 21,1%. CONCLUSÃO: A possibilidade de influência do fator hereditário no Brasil estimula a procura ativa de fatores de risco genético em pacientes com melanoma, já que a identificação de famílias de alto risco pode ter grande impacto sobre a morbimortalidade de seus integrantes.BACKGROUND: Approximately 10% of melanoma cases are attributable to cell line mutations in predisposition genes, and are therefore hereditary. OBJECTIVES: The present study evaluates the prevalence of hereditary melanoma risk factors in a group of patients diagnosed with the disorder in Southern Brazil. PATIENTS AND METHODS: One-hundred and ninety-five patients diagnosed with melanoma who were consecutively admitted to the Hospital de Clinicas de Porto Alegre between January 1999 and June 2000 were studied. RESULTS: The mean age at diagnosis of melanoma was 48 years in men and 45 years in women. From the 133 patients who had their family history registered in the hospital records, 13 (9.8% had a family history of melanoma. The presence of at least one important risk factor for hereditary melanoma was

  15. Estudo exploratório do uso de plantas medicinais para o controle de fatores de risco cardiometabólico em mulheres pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Tassotti Gelatti

    2016-08-01

    Full Text Available Este estudo buscou identificar o uso de plantas medicinais para o controle de fatores de risco cardiometabólico, em mulheres pós-menopausa. Trata-se de um estudo transversal, analítico e exploratório e subprojeto de uma pesquisa institucional “Estudo multidimensional de mulheres pós-menopausa do município de Catuípe/RS”. As informações relativas ao uso de plantas foram obtidas em entrevista estruturada e os dados relativos ao índice de massa corporal, circunferência abdominal, pressão arterial, perfil lipídico e glicêmico do banco de dados da referida pesquisa. Foram selecionadas 51 mulheres, 37,2% relataram usar plantas para problemas cardiometabólicos e apresentavam elevado risco cardiovascular. Foram citadas 18 espécies de plantas, três usadas para diabetes mellitus, sendo a Sphagneticola trilobata a mais citada, uma para hipertrigliceridemia, cinco para hipercolesterolemia, entre as quais a Myristica fragrans foi a mais mencionada, uma para hipertensão e três para redução de peso, destacando- se a Camellia sinensis. Para seis das espécies estudadas foi atribuída ação diurética e uma delas tem indicação para problemas cardíacos. Dentre as citadas, seis encontram- se na RDC 10/2010 e três no Formulário de Fitoterápicos da Farmacopéia Brasileira, contudo, apenas a indicação de uma planta confere com o relato das entrevistadas, por outro lado foram encontrados estudos que relacionaram estas plantas com efeitos cardioprotetores. Considerando a importância do manejo adequado destas doenças, torna- se necessário averiguar se as plantas estão sendo utilizadas para a indicação correta. Sugere-se também a implantação de ações educativas visando qualificar o uso de plantas para diminuir o risco cardiometabólico, utilizando as Políticas do SUS como instrumento de trabalho.Palavras-chave: Risco cardiovascular. Climatério. Terapias complementares. Plantas medicinais. ABSTRACTExploratory study of the

  16. Riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade Riesgos cardiovasculares en adolescentes con diferentes grados de obesidad Cardiovascular risks in adolescents with different degrees of obesity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Silvia Ferrari Lavrador

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há poucos estudos sobre riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade. OBJETIVO: Avaliar repercussões metabólicas associadas a diferentes graus de obesidade em adolescentes e seu impacto nos riscos cardiovasculares. MÉTODOS: Estudo transversal com 80 adolescentes obesos, divididos em dois grupos: 22,5, denominados obesos com menor e maior grau de obesidade, respectivamente. Foram realizados exame físico e avaliação bioquímica e de composição corporal. Para a análise estatística, foram aplicados os testes t-Student e qui-quadrado, com a finalidade de comparar os dois grupos. Modelo logístico múltiplo foi utilizado para verificar as associações entre variáveis bioquímicas e grau de obesidade. Foram desenvolvidos escores de risco para doença cardiovascular, de acordo com o número de alterações encontradas nas seguintes variáveis: glicemia de jejum, triglicérides, HDL e PA. Foram verificadas associações entre esses escores e o grau de obesidade. RESULTADOS: Os dois grupos diferiram em valores de peso, circunferência da cintura, glicemia e insulina de jejum, HOMA-IR, triglicérides, HDL, PA e medidas de composição corporal (pFUNDAMENTO: Existen pocos estudios sobre riesgos cardiovasculares en adolescentes con diferentes grados de obesidad. OBJETIVO: Evaluar repercusiones metabólicas asociadas a diferentes grados de obesidad en adolescentes y su impacto en los riesgos cardiovasculares. MÉTODOS: Estudio transversal con 80 adolescentes obesos, divididos en dos grupos: 22,5, denominados obesos con menor y mayor grado de obesidad, respectivamente. Se llevaron a cabo examen físico y evaluación bioquímica y de composición corporal. Para el análisis estadística, se aplicaron las pruebas t-Student y chi-cuadrado, con la finalidad de comparar los dos grupos. Modelo logístico múltiple se utilizó para verificar las asociaciones entre variables bioquímicas y grado de obesidad. Se

  17. Modelo teórico de exposição a risco para transmissão do vírus HIV em usuários de drogas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pechansky Flavio

    2001-01-01

    Full Text Available Descrevendo inicialmente as dificuldades na abordagem da Aids e da transmissão do HIV atualmente - em particular com usuários de drogas -, o autor ilustra alguns modelos teóricos relativos ao uso e abuso de substâncias e à exposição ao HIV. Descreve as teorias de aprendizado social como a base para a compreensão dos comportamentos associados ao uso de drogas, ressaltando a importância do meio como fator de risco. O modelo clássico de Crenças em Saúde é também ilustrado, ressaltando-se que esta é a base para o desenvolvimento de programas preventivos associados à Aids. Finalmente, baseando-se nos modelos descritos, o autor propõe um modelo original sobre a exposição ao HIV em usuários de drogas, no qual elementos relativos à informação, à escolaridade, ao gênero e à idade direcionam e interferem nas atitudes associadas ao uso de drogas e à percepção do risco envolvido, gerando um efeito em cascata que culmina no aumento da contaminação nesses indivíduos.

  18. Avaliação da maturidade pulmonar fetal em gestações de alto risco Prenatal diagnosis of fetal lung maturity in high-risk pregnancies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wladimir Taborda

    1998-07-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo prospectivo para a avaliação da maturidade fetal em 121 gestações de alto risco realizado no Hospital São Paulo - Universidade Federal de São Paulo, entre janeiro de 1990 e janeiro de 1995. Em todos os casos, o parto foi realizado em até 3 dias após a obtenção de líquido amniótico por amniocentese. O objetivo principal foi o de analisar a acurácia do teste de Clements (TC, da relação lecitina/esfingomielina (L/E, da presença de fosfatidilglicerol (PG e do perfil pulmonar (relação L/E >1,7 e PG presente para antecipar a ocorrência ou não de sindrome de desconforto respiratório neonatal (SDR. Foram calculados a sensibilidade, a especificidade e os valores preditivos positivo (VPP e negativo (VPN de todos os testes. O grupo de estudo foi composto por 48 gestações complicadas por diabetes mellitus, 41 por síndromes hipertensivas, 14 por isoimunização Rh e 18 por diversas patologias. O perfil pulmonar apresentou sensibilidade de 100% em todos os casos. O teste de Clements também não apresentou resultados falso-positivos em gestantes hipertensas, apurando-se, contudo, de 20% a 50% de falso-negativos em todos os outros testes. Os quatro testes apresentaram baixos VPP (23% no TC, 51% na relação L/E, 63% na presença de PG, 61% no perfil pulmonar e elevados VPN (92% no TC, 88% na relação L/E, 89% na presença de PG, 100% no perfil pulmonar. Este estudo demonstrou que a presença de PG e relação L/E >1,7 simultâneos no líquido amniótico comprovam a maturidade pulmonar com muito baixo risco de DR ao nascimento. Concluiu-se também que o teste de Clements deve constituir o rastreamento inicial para predizer a ausência de SDR, particularmente em gestações complicadas por síndromes hipertensivas.The objective was to evaluate the accuracy of the foam stability test, lecithin/sphingomyelin (LS ratio, presence of phosphatidylglycerol (PG and lung profile (L/S ratio > 1.7 and PG present simultaneously

  19. Aplicação de programa educativo multidisciplinar em gestações de alto risco devido a doenças endócrinas Application of multidisciplinary educational program in high-risk pregnancies due to endocrine diseases

    OpenAIRE

    Alina Coutinho Rodrigues Feitosa; Ana Maria de Queiroz; Adriana Matos Vianna; Minna Schleu

    2010-01-01

    OBJETIVO: avaliar a aplicação de um programa de intervenção multidisciplinar educativo em mulheres com gestação de alto risco devido a doenças endócrinas. MÉTODOS: avaliamos retrospectivamente a aplicação de um programa educativo multidisciplinar em 185 gestantes com doenças endócrinas referenciadas para uma maternidade especializada em gestação de alto risco. As gestantes receberam atenção pré-natal multidisciplinar por times compostos por endocrinologistas, obstetras, ultrassonografistas, e...

  20. Via de parto e risco para mortalidade neonatal em Goiânia no ano de 2000 Obstetric delivery and risk of neonatal mortality in Goiânia in 2000, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margareth Rocha Peixoto Giglio

    2005-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar os fatores responsáveis pela associação entre via de parto normal e maior mortalidade neonatal, em coorte de recém-nascidos. MÉTODOS: Estudo de coorte retrospectiva, constituído por meio do sistema de linkage a partir dos arquivos do Sistema de Informações de Nascimentos e do Sistema Informações de Mortalidade, onde foram incluídos todos os recém-nascidos de Goiânia, no ano de 2000. Foi realizada análise estratificada da via de parto e das categorias de hospital de nascimento por fatores de risco para a mortalidade neonatal, com cálculo do Risco Relativo, com nível de significância de 5%. As associações estatísticas foram analisadas utilizando o teste qui-quadrado com nível de significância de 5%. RESULTADOS: O parto normal foi mais realizado que o operatório em situações de maior risco para a morte neonatal. Os hospitais públicos, onde o parto normal foi mais freqüente, atenderam a população de maior risco para a morte neonatal. Os hospitais privados sem atendimento ao Sistema Único de Saúde realizaram a cesariana em 84,9% dos casos. Nesses serviços, o parto normal foi realizado principalmente em situações de risco para a morte neonatal como: prematuridade extrema e muito baixo peso ao nascer. CONCLUSÕES: A associação entre parto normal e maior ocorrência de óbito neonatal decorreu de viés de seleção devido à distribuição das gestantes na rede hospitalar e, ainda, da realização quase universal de cesarianas em gestações de baixo risco e do parto normal nas gestações de alto risco para a morte neonatal.OBJECTIVE: To determine factors associated to vaginal delivery and increased neonatal mortality in cohort studies of newborns. METHODS: A retrospective cohort study was carried out using linkage data from the Information System on Live Births and Mortality Data System database, which included all newborns in Goiânia for the year 2000. A stratified analysis of delivery routes

  1. Representa o sexo feminino um fator de risco para a revascularização do miocárdio (RM em nosso meio?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Forte Amarante

    2009-07-01

    Full Text Available Introdução: segundo Wenger, nos países desenvolvidos mais de 50% das mulheres morrem em consequência de doenças cardiovasculares. A morte súbita é responsável por 35% dessa mortalidade. Com a intenção de otimizar a terapêutica nos propusemos a conhecer o perfil da mulher operada em nosso Centro e estabelecer se o sexo representa um fator de risco isolado para a RM. Método: estudo de coorte histórico. População fonte com 83 pacientes, sendo o primeiro grupo (G1 formado por 23 mulheres e o segundo (G2 formado por 60 homens. Roteiro com 32 itens para coleta de dados. Análise univariada. Nível de significância de 5%. Aprovado pelo Comitê de Ética da Instituição. Resultados: no G1 a média de idade foi de 65,23±12,37 e IMC de 27,45±6,28. No G2 a média de idade foi de 61,69±10,15 e o IMC de 28,22±5,99. A análise univariada identificou: idade (P=0,045, peso (P=0,07, altura (P=0,128, IMC (P=0,895, angina (P=0,159, ICC (P=0,614, IAM prévio (P=0,395, diabetes (P=0,144, DPOC (P=0,890, tabagismo (P=0,819, dislipidemia (P=0,513, HAS (P=0,505, AVC pré (P=0,547, número de artérias lesadas (P=0,868, número de enxertos realizados (P=0,667, uso de CEC (P=0,104, IAM pós (P=0,159, assistência respiratória prolongada (P=0,768, AVC pós (P=0,577, insuficiência renal pós (p=0,083, reoperação por sangramento (p=0,321, sangramento (P=0,238, infecção pós (P=0,579, permanência hospitalar (P= 0,221 e óbito hospitalar (P=0,666. Conclusão: a revascularizada é uma paciente idosa (62,90±10,92, com sobrepeso, anginosa (97,6%, diabética (45,6%, hipertensa (62,30%, com IAM prévio (59,7%. A prevalência da doença coronária é maior no sexo masculino (2,6/1, e o sexo feminino não representou um fator de risco isolado para a revascularização do miocárdio.

  2. Analisando a problemática do risco em casais que vivem em situação de sorodiscordância Analyzing the risk problem in couples with serodiscordance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Miranda de Amorim

    2008-12-01

    Full Text Available Este artigo relata um estudo feito com pessoas que vivem em situação de sorodiscordância - caracterizada pela parceria entre uma pessoa soropositiva para o HIV e outra não - e busca compreender de que modo elas convivem com essa condição que pode se apresentar como uma constante prática de risco. Foram realizadas, no Centro de Testagem e Aconselhamento do Hospital Escola São Francisco de Assis da Universidade Federal do Rio de Janeiro, quinze entrevistas com usuários que vivem em situação de sorodiscordância. O temor de transmitir o vírus HIV ao (à parceiro (a soronegativo (a apareceu como uma constante. Além do medo, dificuldades para conversar sobre o assunto, planejar o futuro e manter uma vida sexual considerada satisfatória também se destacaram. O uso do preservativo não aparece como algo adotado facilmente. Os entrevistados apontam outros fatores em jogo no exercício das práticas sexuais com prevenção efetiva - para além do conhecimento sobre as formas de infecção pelo vírus. Tais fatores parecem depender mais diretamente das possibilidades de cada um dos parceiros em construir uma identidade do casal diante de uma nova realidade que traz risco. Paradoxalmente, o risco de infecção que está sempre num outro, neste caso, está num outro muito próximo, do qual depende, inclusive, a permanência do casal.This article relates an investigation made with people who live in a situation of partner serodiscordance, shall say in partnerships in which one partner is HIV positive and the other is HIV negative. The study is aimed at understanding how these people deal with the constant risk this situation involves. Fifteen individuals living with serodiscordant partners were interviewed in the Testing and Counseling Center of the São Francisco de Assis School Hospital of the Federal University of Rio de Janeiro. The fear of transmitting the HIV to the seronegative partner is constant. Besides the fear, there are the

  3. Prevalência de obesidade em adultos e seus fatores de risco Prevalence and risk factors of obesity in adults

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise P. Gigante

    1997-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Foi realizado estudo transversal em uma amostra representativa da população adulta de Pelotas para determinar a prevalência de obesidade e os fatores a ela associados, tendo em vista o acentuado aumento de excesso de peso no Brasil, entre 1974 e 1989. MATERIAL E MÉTODO: Foram estudadas 1.035 pessoas com idade entre 20 e 69 anos, residentes na zona urbana do município. A obesidade foi definida a partir do índice de massa corporal (IMC igual ou superior a 30 kg/m². A análise multivariada foi realizada considerando um modelo hierárquico das variáveis associadas com obesidade em ambos os sexos. RESULTADOS: A prevalência de obesidade foi de 21% (IC95% 18 - 23, sendo de 25% (IC95% 22 - 29 entre as mulheres e 15% (IC95% 12 - 18 entre os homens. A relação entre as variáveis socioeconômicas e a obesidade foi inversa entre as mulheres e direta entre os homens. Entre as mulheres, as variáveis que se mantiveram associadas significativamente com obesidade foram: obesidade dos pais, ocorrência de diabete ou hipertensão, não fumar, menor número de refeições diárias e não ter realizado exercício físico no lazer durante o último ano. Para os homens somente a ocorrência de obesidade nos pais e a hipertensão arterial sistêmica estiveram significativamente associadas, enquanto a proteção do maior número de refeições apresentou uma associação quase significativa (p = 0,07. CONCLUSÃO: Os resultados indicam que os determinantes de obesidade são diferentes entre os sexos, ocorrendo em maior freqüência entre as mulheres e com o aumento da idade.INTRODUCTION: A population-based cross-sectional study was conducted in Pelotas, Southern Brazil, with the objective of determining the prevalence of obesity and identify associated, variables as this condition increased markedly in the country between 1974 and 1989. MATERIAL AND METHODS: One thousand and thirty-five adults between 20 and 69 years of age were studied. Obesity

  4. Inquérito epidemiológico em escolares: determinantes e prevalência de fatores de risco cardiovascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Maria Bianchini de Quadros

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo Objetivou-se investigar a prevalência de dislipidemia, hiperglicemia e pressão arterial elevada em escolares, bem como, suas associações com fatores demográficos, socioeconômicos, biológicos e comportamentais. Estudo transversal com 1.139 escolares, de seis a 18 anos de idade, do Município de Amargosa, Bahia, Brasil. Foram analisadas variáveis demográficas, socioeconômicas, biológicas e comportamentais. Utilizou-se a razão de prevalência (RP como medida de associação. As prevalências de dislipidemia, hiperglicemia e pressão arterial elevada foram, respectivamente, 62,1%, 6,6% e 27%. A dislipidemia esteve associada com a localização geográfica da escola (RP = 1,52 e circunferência da cintura (RP = 1,20, e a hiperglicemia com a localização geográfica da escola (RP = 3,41 e adiposidade periférica (RP = 3,13. A pressão arterial elevada ficou associada com a faixa etária (RP = 2,34, razão da cintura pela estatura (RP = 1,62, maturação sexual (RP = 2,06 e atividade física (RP = 1,32. Programas de intervenção para escolares baseados em mudanças de hábitos de vida são necessários.

  5. Estratificação de risco em linfoma difuso de grandes células B Risk stratification of large B-cell lymphomas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Abrahão E. Hallack Neto

    2006-12-01

    Full Text Available O linfoma difuso de grandes células B (LDGCB é uma entidade clínico-patológica heterogênea que corresponde de 30% a 35% dos casos de linfoma não-Hodgkin (LNH. É considerado como agressivo porque a sobrevida é curta na ausência de tratamento adequado. Desde 1993 o tratamento deste linfoma passou a ser direcionado pelo índice internacional de prognóstico (IPI validado em vários estudos. Entretanto, diante das diferentes respostas à mesma terapêutica para pacientes de mesmo IPI houve necessidade de se instituírem novos marcadores de prognóstico para pacientes com LDGCB. Com os avanços do conhecimento biológico destes linfomas, outras variáveis começam a ser utilizadas na estratificação de risco destes linfomas. Nesta revisão abordamos os principais marcadores biológicos utilizados como fatores de prognóstico para o tratamento de pacientes com LDGCB.Diffuse large B-cell lymphoma is a heterogeneous clinical pathological entity which accounts for about 30% to 35% of all non-Hodgkin's lymphoma cases. It is considered to be aggressive due to the patient's short survival time when incorrect treatment is provided. Since 1993, treatment has been carried out according to IPI, which has been validated in several studies. However, since there are different responses from patients with the same IPI submitted to similar therapies, new prognostic markers are needed for these patients. As the biological nature of such lymphomas is becoming better known, other variables are starting to be used in order to stratify risk. In this review we will approach the key biological markers used as prognostic factors to treat diffuse Large B-Cell Lymphoma patients.

  6. Avaliação de riscos teratogênicos em gestações expostas ao misoprostol Evaluation of the teratogenic risks in gestations exposed to misoprostol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emérita Sátiro Opaleye

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: a tentativa de aborto mal sucedida com o uso do misoprostol (Cytotec® sem indicação médica tem sido associada a malformações congênitas. Este estudo teve por objetivo identificar, em recém-nascidos malformados e controles normais, a frequência de exposição ao misoprostol e o espectro de malformações associadas. MÉTODOS: estudo de caso-controle desenvolvido em 2005 nas quatro principais maternidades públicas de Fortaleza (CE. Através de busca ativa diária, foram identificados recém-nascidos com diagnóstico de malformação fetal (caso e controles saudáveis de mesmo sexo nascidos em seguida na mesma maternidade (pareamento 1:1. A amostra foi de 252 parturientes entrevistadas por equipe treinada utilizando questionário estruturado com base no Estudo Colaborativo Latino-Americano de Malformações Congênitas (ECLAMC. Além de abordar questões sociodemográficas e histórico familiar de malformação, o questionário objetivou identificar exposições diversas durante a gestação, incluindo o misoprostol. A análise bivariada com teste do χ2 comparou os grupos quanto às características e fatores associados à malformação e foi calculada a Odds Ratio para verificar a razão de chances de o Grupo Caso apresentar malformação em relação ao Grupo Controle com relação à exposição ao misoprostol. RESULTADOS: não houve diferenças significativas entre os grupos caso e controle quanto à maioria dos fatores de riscos investigados para malformações. O relato de tentativa de aborto foi de 6,8%, havendo uma maior exposição ao misoprostol durante a gestação em neonatos malformados comparados a saudáveis, Odds Ratio (OR=3,65 (IC95%=0,74-17,91. O espectro de malformações encontradas entre os recém-nascidos expostos ao misoprostol foi compatível com a literatura, como os decorrentes de defeitos do tubo neural e disrupção vascular. CONCLUSÕES: os achados deste estudo, apesar de não apresentarem signific

  7. Fatores de risco para aloimunização em pacientes com anemia falciforme Risk factors for alloimmunization in patients with sickle cell anemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícía Costa Alves Pinto

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a imunofenotipagem eritrocitária em doadores de sangue e em pacientes com anemia falciforme (SS atendidos no Hemocentro de Alagoas e descrever a frequência e os fatores associados à aloimunização eritrocitária. MÉTODOS: Estudo transversal com 102 pacientes SS e 100 doadores de sangue. Realizou-se a fenotipagem eritrocitária, teste de Coombs Direto e Indireto e detecção de anticorpos irregulares por painel de hemácias fenotipadas. Os dados foram comparados por meio do teste de Mann-Whitney, qui-quadrado ou teste exato de Fisher. Para análise dos fatores associados à aloimunização utilizou-se a regressão logística univariada e múltipla. RESULTADOS: Os antígenos mais frequentes entre os pacientes e os doadores foram c, e, M, s, JK(a. Observaram-se diferenças significativas entre as frequências dos fenótipos dos pacientes e dos doadores em relação aos antígenos s, FY(a e JK(b. Dos 79 pacientes transfundidos, 10 (12,7% apresentaram Coombs Indireto positivo. Detectaram-se 13 aloanticorpos, sete do sistema Rh, dois do Kell e quatro não identificados. Os fatores associados à aloimunização foram o intervalo de tempo entre a última transfusão e a data do teste e ter recebido mais de dez transfusões de hemácias. Receber mais de dez transfusões representou uma chance 16,39 (IC 95%: 2,23-120,59 vezes maior de ser aloimunizado, em comparação aos que receberam menos que dez. CONCLUSÃO: A prevalência de aloimunização nos pacientes SS foi 12,7%, sendo 70% dos anticorpos encontrados pertencentes a grupos sanguíneos Rh e Kell. Este estudo mostra a importância da fenotipagem eritrocitária em doadores e receptores para diminuir o risco de aloimunização.OBJECTIVE: To determine erythrocyte phenotyping in blood donors and patients with sickle cell anemia (SS treated at Hemocentro of Alagoas and describe the frequency and factors associated with erythrocyte alloimmunization. METHODS: Cross-sectional study

  8. Normatização contábil baseada em princípios ou em regras? Benefícios, custos, oportunidades e riscos

    OpenAIRE

    Dantas, José Alves; Niyama, Jorge Katsumi; Rodrigues, Fernanda Fernandes; Mendes, Paulo César de Melo

    2010-01-01

    O processo de convergência dos padrões contábeis e a constatação de que os casos de engenharia financeira que deram origem aos escândalos corporativos do início do século, nos EUA, foram facilitados pelo modelo dos US-GAAP, baseado em regras, produziram um grande debate sobre a conveniência de se adotar, naquele país, um sistema baseado em princípios. No Brasil, tem avançado o movimento de convergência às normas do IASB, tidas como baseadas em princípios, mas ainda há carência...

  9. Cianeto em tiquiras: riscos e metodologia analítica Cyanide in "tiquira": risks and analytical methodology

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jomar Livramento Barros Furtado

    2007-12-01

    Full Text Available Tiquira é o destilado alcoólico obtido a partir da sacarificação e fermentação da mandioca, e além de íons cianeto, contém na sua composição as demais espécies potencialmente tóxicas presentes nas aguardentes, tais como: carbamatos, metanol e alguns íons de metais. Neste trabalho, uma metodologia analítica para a determinação de cianeto em amostras de tiquira é proposta, empregando voltametria no modo pulso diferencial, após destilação da amostra em presença de ácido nítrico 0,1 mol.L-1. A metodologia desenvolvida foi comparada (teste t com um método padrão para a determinação de cianeto. Os resultados indicam que os métodos são equivalentes do ponto de vista estatístico, confirmando a viabilidade da metodologia proposta. As condições estabelecidas (volume da solução absorvedora = 100 mL; pH = 10; faixa de potencial = -0,5 a -0,1 V e velocidade de varredura = 20 mV.s-1 mostraram resultados reprodutíveis e permitiram a construção de curvas analíticas com valores de R da ordem de 0,999. O valor médio de cianeto encontrado em tiquira foi 2,8 x 10-5 mol.L-1 ± 2,4 x 10-6 mol.L-1, para n = 5, cerca de 150 vezes maior que o valor permitido para águas potáveis.Tiquira is an alcoholic beverage made of fermented and distilled manioc root (Manihot esculenta. The presence of toxic species such as carbamates, methanol, heavy metals and cyanide in this beverage is considered crucial to the quality of this important product of northern Brazil. This article proposes an analytical procedure involving the use of voltammetry in the differential mode after the sample is distilled in the presence of 0.1 mol.L-1 of nitric acid. The new methodology was compared (test T with a standard method for determining cyanide, indicating that the methods are equivalent from thee standpoint of statistics and thus confirming the viability of the proposed methodology. The conditions established (volume of the adsorbent solution = 100.0 m

  10. Chemical occupational risks identified by nurses in a hospital environment Riesgos ocupacionales químicos identificados por enfermeros que trabajan en ambiente hospitalario Riscos ocupacionais químicos identificados por enfermeiros que trabalham em ambiente hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosicler Xelegati

    2006-04-01

    mayor conocimiento respecto a los riesgos ocupacionales químicos, que podrían haber recibido en el pregrado o en los cursos de educación continuada.Os trabalhadores de enfermagem hospitalares submetem-se aos riscos ocupacionais químicos. Este estudo quantitativo objetivou identificar entre enfermeiros com quais substâncias químicas eles têm contato ocupacional, quais as que podem causar problemas à sua saúde e que alterações condizem com as que podem ser ocasionadas por produtos químicos. Um instrumento de coleta de dados auto-administrado foi respondido por 53 enfermeiros que mencionaram estar expostos principalmente aos antibióticos e benzina (100%, iodo (98,1% e látex-talco (88,7%; as principais substâncias causadoras de problemas de saúde citadas foram antineoplásicos (86,7%, glutaraldeído (79,2% e óxido de etileno (75,5%; as alterações à saúde que descreveram foram: lacrimejamento; reações alérgicas; náuseas e vômitos, não mencionando outros problemas de saúde que podem ser ocasionados pelos produtos citados. Estes trabalhadores necessitam adquirir maior conhecimento quanto aos riscos ocupacionais químicos, que poderiam ter recebido na graduação / ou nos cursos de educação continuada.

  11. Fatores de risco, aspectos clínicos e laboratoriais da asma em crianças Risk factors, clinical and laboratory aspects of asthma in children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Líllian S.L. Moraes

    2001-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar os aspectos clínicos, laboratoriais, e os fatores de risco associados à asma em crianças atendidas no Ambulatório de Pediatria, do Hospital Universitário Júlio Müller. Método: estudo de caso-controle, incluindo 59 crianças asmáticas (casos e 104 não-asmáticas (controles. Os seguintes fatores foram considerados para análise de risco: escolaridade dos pais, exposição aos alérgenos domiciliares, tabagismo passivo, aleitamento materno, renda e antecedentes familiares alérgicos. Foram coletadas amostras de sangue para hemograma e dosagem de IgE total e específica para alérgenos. Realizou-se teste cutâneo de hipersensibilidade imediata pelo método de puntura para os seguintes alérgenos: ácaros, animais, fungos e baratas com controles positivo (histamina e negativo (solução fisiológica.Um modelo de regressão logística foi usado para calcular odds ratio (OR e intervalo de confiança (IC 95% ajustado para outros fatores de risco e confundidores. RESULTADOS: dentre os fatores de risco estudados, sexo, baixa escolaridade, baixa renda, tempo de aleitamento materno e tabagismo passivo não estiveram associados à ocorrência de asma. A exposição aos alérgenos foi semelhante nos dois grupos, a não ser pela maior freqüência de animais nos domicílios dos controles (c²=16,9; P OBJECTIVE: to evaluate the clinical and laboratory aspects and the risk factors associated with asthma in children treated at the Pediatric Outpatient Clinic of Hospital Universitário Júlio Müller. METHODS: A case-control study including 59 asthmatic children (cases and 104 nonasthmatic children (controls. The following factors were considered for risk analysis: parents' level of education, domestic exposure to allergens, passive smoking, breast feeding, low income, and family history of allergy. Samples of blood were collected for hemogram and to determine the total serum IgE as well as the one specific to allergens. Immediate

  12. Fatores de risco para óbito em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal Risk factors for death in the Neonatal Intensive Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Fernando C. Nascimento

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVO:Estimar fatores de risco para óbito durante internação em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN por modelo logístico hierarquizado. MÉTODOS: Trata-se de estudo observacional, analítico e longitudinal com recém-nascidos internados na UTIN de um hospital universitário, no período de janeiro/2000 a dezembro/2003. A variável dependente foi óbito intra-hospitalar e as independentes foram variáveis antenatais, perinatais e pós-natais. Criou-se um modelo hierarquizado em três níveis. Realizada a análise bivariada, foram incluídas no modelo as que apresentavam pOBJECTIVE:To estimate the risk factors for mortality during hospitalization in a Neonatal Intensive Care Unit (NICU using a hierarchical logistic model. METHODS:This longitudinal, observational and analytical study enrolled newborns admitted to the NICU from January/2001 to December/2003. The outcome analyzed was in-hospital death and the independent variables were prenatal, perinatal and postnatal factors. A hierarchical model with three levels was built. The variables with p<0.20 by bivariated analysis were included in the model and, after adjustment at the same level, variables with p<0.05 were maintained in the logistic model. Statistic analysis was performed by SPSS.10, software that estimated the accuracy of the model, adopting significance as p<0.05. RESULTS: Among 367 newborns included, 69 (18.8% died during hospital stay. The following risk factors comprised the hierarchical model of logistic regression and were significantly associated with death among the studied neonates: previous stillbirth, being first or second child, Apgar at five minutes below 7, preterm newborn and use of mechanical ventilation. This model had 86.9% of accuracy. CONCLUSIONS: The model obtained in this study has variables of the three hierarchical levels and might be used in Neonatal Intensive Care Units that share the same characteristic of the unit herein studied.

  13. A legislação brasileira e as recomendações internacionais sobre a exposição ocupacional aos agentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tanyse Galon

    2011-02-01

    Full Text Available Revisão bibliográfica cujo objetivo foi identificar a legislação brasileira relacionada à exposição ocupacional a material biológico entre os trabalhadores de saúde e compará-la com as principais recomendações da Organização Internacional do Trabalho (OIT e do Centers for Disease Control and Prevention (CDC. A busca de informações se deu por acesso aos sites do Ministério da Saúde, Ministério do Trabalho e Emprego, OIT e CDC. Os dados coletados foram categorizados em cinco temas para melhor compreensão e análise. Identifica-se que a legislação brasileira contempla grande parte das recomendações internacionais, porém a obrigatoriedade do fornecimento de dispositivos de segurança foi tardiamente incluída na legislação. Conclui-se que os trabalhadores precisam obter informações sobre seus direitos e deveres frente à exposição ao risco biológico

  14. Fatores de risco associados ao desmame precoce e ao período de desmame em lactentes matriculados em creches Risk factors associated to early weaning and to weaning period of infants enrolled in daycare centers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Borelli Barbosa

    2009-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os fatores de risco no processo de desmame de lactentes matriculados em creches. MÉTODOS: Estudo analítico transversal com 56 crianças de nove a 18 meses de idade matriculadas em cinco creches de São Paulo. As mães das crinaças responderam ao questionário pré-testado que abordava questões demográficas, socioeconômicas, de gestação e nascimento, morbidade, aleitamento materno, alimentação complementar (quando/como foram introduzidos novos alimentos e atividades da criança na creche. Os fatores associados ao desmame precoce e menor período de desmame (variável definida pela diferença entre tempo de aleitamento exclusivo e tempo de aleitamento total foram avaliados em análises bivariadas. As variáveis com p25 anos (OR 4,91; IC95% 1,35-17,95; mãe morar sem companheiro (OR 6,42; IC95% 1,28-32,20 e uso de chupeta antes dos 30 dias de vida (OR 8,75; IC95% 1,90-40,23. Os fatores de risco para tempo insuficiente de desmame foram: frequentar creche pública (OR 3,20; IC95% 0,77-14,29 e início tardio do pré-natal (OR 4,13; IC95% 0,70-31,29. CONCLUSÕES: Características relacionadas à família e à instituição creche são fatores de risco para o desmame de crianças institucionalizadas. A abordagem desses determinantes para definir ações de saúde e nutrição é estratégica para favorecer a prática do aleitamento e qualificar o papel da creche como promotora de saúde e nutrição infantil.OBJECTIVE: To evaluate risk factors associated with weaning of infants enrolled in daycare centers. METHODS: Analytical cross-sectional study comprising 56 children aged nine to 18 months in five daycare centers of São Paulo. A pre-tested questionnaire was applied to their mother, including questions on demographics and socioeconomic issues, gestation and birth, illness, breastfeeding, complementary feeding (when and how new foods were introduced and children activities in daycare centers. Factors associated with early

  15. Planos de minimização de riscos em farmacovigilância: uma ação de saúde pública para promoção da segurança de medicamentos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stephanie Ferreira Botelho

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo O plano de minimização de risco (PMR é uma estratégia inovadora e importante de monitoramento de medicamentos. O estudo visou identificar os PMR de medicamentos registrados na Food and Drug Administration (FDA, e as ações instituídas no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa e pelos fabricantes do setor. Estudo descritivo, de natureza quantitativa, que incluiu inquérito com indústrias farmacêuticas, e pesquisa em sites e bases de dados destas, da Anvisa e da FDA. Identificaram-se 40 medicamentos com PMR na FDA e cadastrados no site da Anvisa. Apenas quatro (10,0% laboratórios informaram desenvolver PMR no Brasil. No site da Anvisa foram identificadas informações de segurança para 15 dos medicamentos (37,5% com PMR no FDA. Em 91,4% das bulas brasileiras constavam informações de segurança equivalentes às ações de promoção do uso seguro descritas nos PMR disponíveis no site da FDA. As ações de comunicação sobre segurança e risco sanitário de medicamentos precisam ser ampliadas pela Anvisa. O PMR é uma estratégia importante em saúde pública no gerenciamento de novos riscos, no acompanhamento dos conhecidos e para a promoção do uso seguro dos medicamentos.

  16. Intervenção precoce em escolares de risco para a dislexia: revisão da literatura Early intervention in students at risk for dyslexia: literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maíra Anelli Martins

    2011-08-01

    Full Text Available TEMA: intervenção precoce em escolares de risco para a dislexia. OBJETIVO: este estudo tem por objetivo geral mapear os artigos publicados sobre intervenção com escolares de risco para dislexia e, como objetivos específicos, analisar descritivamente aspectos específicos dos textos. CONCLUSÃO: as publicações na área em relação ao tema não são constantes, porém, os artigos científicos analisados evidenciam a preocupação dos pesquisadores em elaborar, desenvolver e validar instrumentos de avaliações e intervenções que contribuam para a identificação precoce da dislexia.BACKGROUND: early intervention in students at risk for dyslexia. PURPOSE: this study aims to map the general articles on intervention with students at risk for dyslexia and specific objectives, descriptively analyzing specific text aspects. CONCLUSION: there are few published data on this issue; however, the reviewed scientific articles highlight the concern of the researchers to elaborate, develop and validate assessments and interventions that contribute to the early identification of dyslexia.

  17. Perfil sócio demográfico e possíveis fatores de risco em mulheres com câncer de mama: um retrato da amazônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nathalia Santos da Penha

    2013-12-01

    Full Text Available O câncer de mama é a neoplasia que mais acomete mulheres no mundo e no Brasil, sendo que a ocorrência desta está relacionada com exposição a diversos fatores de risco. Este estudo observou possíveis variáveis que poderiam ser fatores de risco para o câncer de mama em 18 mulheres diagnosticadas com essa neoplasia em um Hospital Oncológico em Belém-Pará, utilizando abordagem observacional, descritiva e prospectiva. Os dados foram coletados durante cinco meses, através de um questionário acerca de aspectos sócio demográficos, hábitos de vida, características reprodutivas e antecedentes familiares de câncer de mama. A média de idade ao diagnóstico foi 49 anos (± 10,74, sendo que 44,4% estavam na faixa etária de 41 a 50 anos, 61,1% eram procedentes da Região Metropolitana de Belém e 50% tinham ensino médio. Encontrava-se em sobrepeso 44,4% das entrevistadas e 38,9% eram obesas. Observou-se que 5,6% tiveram menarca em idade inferior a 12 anos e 11,1% entraram em menopausa depois dos 50 anos. Apenas 5,6% das pacientes tiveram a primeira gestação após os 30 anos. Houve casos de aborto em 33,3% das pacientes. Todas as pacientes amamentaram, sendo que 11,1% o fizeram por menos de seis meses. Das pacientes entrevistadas, 61,1% utilizaram contraceptivos orais. Apenas 5,6% delas possuíam historia familiar de neoplasia de mama. Dessa forma, a idade avançada e a massa corpórea acima do ideal foram as variáveis com maior frequência, o que demonstra a necessidade de conhecer os fatores de risco de forma regional, para contribuir com a prevenção e diagnóstico precoce dessa neoplasia.

  18. Cintura hipertrigliceridêmica e risco cardiometabólico em mulheres hipertensas Hypertriglyceridemic waist and cardiometabolic risk in hypertensive women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nayra Anielly Lima Cabral

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a associação entre cintura hipertrigliceridêmica (CH e fatores de risco cardiometabólicos em mulheres portadoras de hipertensão arterial. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal em 218 pacientes acompanhadas pelo Programa do Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos (HiperDia, em duas unidades de saúde de São Luís, MA, Brasil. A variável dependente foi CH e as variáveis independentes foram sociodemográficas, estilo de vida, antropométricas e agravos à saúde. RESULTADOS: A CH esteve presente em 33% da amostra e foi predominante na idade > 60 anos (56,4%, não brancas (81,7%, com oito anos ou menos de estudo (57,3% e pertencentes à classe C (49%. Observaram-se excesso de peso (68,8% e hipercolesterolemia (68,8%. A CH associou-se a: tabagismo (RP: 2,08; p = 0,017, sobrepeso (RP: 2,46; p = 0,010, obesidade (RP: 4,13; p 100 mg/dL ou ser diabética (RP: 1,86; p = 0,006. Após ajustamento, permaneceram associados o colesterol total (RP = 1,78; p = 0,012, HDL colesterol (RP: 3,03; p 25 a 30 kg/m² (RP = 3,61; p OBJECTIVE: To evaluate the association between hypertriglyceridemic waist (HW and cardiometabolic risk factors in women with hypertension. METHODS: A cross-sectional study was performed in 218 patients monitored by HiperDia (Enrollment and Monitoring Program for Hypertensive and Diabetic Individuals in two health units in São Luis, MA, Brazil. The dependent variable was HW and the independent variables were sociodemographics, lifestyle, anthropometrics, and health problems. RESULTS: HW was present in 33% of the sample and was predominant in women aged > 60 years (56.4%, non-whites (81.7%, those with eight or fewer years of schooling (57.3%, and those belonging to socioeconomic class C (49%. Excess weight (68.8% and hypercholesterolemia (68.8% were observed. HW was associated with: smoking (PR: 2.08; p = 0.017, overweight (PR: 2.46; p = 0.010, obesity (PR: 4.13; p 100 mg/dL or

  19. Fatores de risco para sobrepeso em crianças no Sul do Brasil Risk factors for overweight in children from Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Lourdes Drachler

    2003-08-01

    Full Text Available Estudo transversal de base populacional investigou determinantes de sobrepeso em crianças de 12 a 59 meses em Porto Alegre (n = 2.660. Razões de chance (RC de sobrepeso, definido por peso/altura > 2 escores-z do padrão NCHS, foram estimadas para condições sócio-econômicas e demográficas, ambiente social imediato e eventos de saúde da criança. A prevalência de sobrepeso foi 6,5%. No modelo multivariado, a chance de sobrepeso na criança associou-se positivamente à escolaridade materna (escolaridade > 12 anos, RC = 2,36; IC95%: 1,21-4,60; 9-11 anos, RC = 2,07; IC95%: 1,16-3,70 e à renda familiar per capita > 2 salários mínimos (RC = 1,86; IC95%: 1,13-3,08 e negativamente ao trabalho materno remunerado (RC = 0,72; IC95%: 0,52-0,99. A chance foi maior para os nascidos grandes para idade gestacional (RC = 2,29; IC95%: 1,36-3,85 e menor para os nascidos pequenos (RC = 0,57; IC95%: 0,33-0,99, comparados aos nascidos com peso adequado. Escolaridade paterna, qualificação profissional dos pais e idade materna ao nascimento da criança evidenciaram efeito somente no modelo bruto. São necessários programas para prevenir sobrepeso em crianças, com especial atenção às famílias e crianças em maior risco.Risk factors for overweight were investigated in a cross-sectional survey of children aged 12-59 months in the Southern Brazilian city of Porto Alegre (n = 2,660. Odds ratios (OR for overweight, defined by weight/height > 2 z-scores of the NCHS standards, were estimated for socioeconomic and demographic conditions, social environment, and childhood health events. Prevalence of overweight was 6.5%. In the multivariate model, the odds of overweight were positively associated with maternal education (schooling > 12 years, OR = 2.36; 95%CI: 1.21-4.60; 9-11 years, OR = 2.07; 95%CI: 1.16-3.70 and family income per capita > 2 times the minimum wage (OR = 1.86; 95%CI: 1.13-3.08 and negatively associated with maternal work (OR = 0.72; 95%CI: 0

  20. Distribuição espacial do risco: modelagem da mortalidade infantil em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil Spatial risk distribution: modeling infant mortality in Porto Alegre, Rio Grande do Sul State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia E. Shimakura

    2001-10-01

    Full Text Available Estimação e mapeamento de perfis de risco são interesses da Epidemiologia. Neste trabalho, é analisada a distribuição espacial de casos de mortalidade infantil, comparados a controles de nascidos vivos amostrados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. A modelagem adotada neste trabalho baseia-se em um processo pontual espacial, na qual se define uma medida de risco que varia continuamente sobre a região de estudo e estimada por meio de métodos de modelos aditivos generalizados. Essa abordagem possui a vantagem de permitir a incorporação, no modelo, de efeitos de determinantes individuais e ecológicos de risco sob forma simples e de fácil interpretação. Também permite a construção de contornos de tolerância que auxiliam na identificação de áreas de alto/baixo risco e de um teste global da hipótese nula de risco constante relativa à região. A aplicação do método aos dados de mortalidade infantil mostrou variação espacial no risco altamente significativa para mortalidade neonatal e não significativa para mortalidade pós-neonatal.Estimation and mapping of risk profiles are the main concerns of epidemiology. This paper analyzes spatial distribution of infant mortality cases as compared to live-born controls from Porto Alegre, Rio Grande do Sul. The modeling framework adopted in this research work is a spatial point process. Under this structure, a risk measure which continuously varies over the study region is defined and estimated using generalized additive model methods. This approach has the advantage of allowing for risk factors that are simple and easy to interpret. The procedure also allows the construction of tolerance contours which help identify areas of significantly high/low risk and an overall test for the null hypothesis of constant risk over the region. Application of this method to infant mortality data showed a highly significant spatial

  1. Síndrome coronariana aguda em paciente com doença coronariana de alto risco no pós-operatório de colecistectomia videolaparoscópica

    OpenAIRE

    2007-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A isquemia miocárdica perioperatória é um evento incomum e quase sempre está relacionada com taquicardia e/ou hipotensão arterial em pacientes com doença coronariana de alto risco. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 71 anos, diabético, hipertenso e com doença coronariana, submetido à colecistectomia videolaparoscópica. A anestesia foi induzida com propofol, cisatracúrio e remifentanil e mantida com sevoflurano e remifentanil. Durante o fechamento da parede ...

  2. Fatores de risco associados à infecção pelo herpesvírus bovino 1 em rebanhos bovinos da região Oeste do Estado do Paraná.

    OpenAIRE

    DIAS, Juliana A.; Amauri A. Alfieri; Kerlei C. Médici; Julio C. Freitas; Ferreira Neto,José S.; Ernst E. Müller

    2011-01-01

    O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de rebanhos positivos (focos) e identificar os fatores de risco que possam estar associados com a infecção pelo herpesvírus bovino 1 (BoHV-1) em rebanhos bovinos com atividade reprodutiva, na região Oeste do Estado do Paraná. O delineamento estatístico, amostras de soro e informações referentes às propriedades foram as empregadas para o estudo da brucelose bovina no Estado do Paraná dentro do contexto do Programa Nacional de Controle e Erra...

  3. Riscos percebidos pelo consumidor e estratégias para minimizá-los no consumo de saladas de horataliças cruas em restaurantes à la carte

    OpenAIRE

    Mariana Schievano Danelon

    2012-01-01

    Resumo: O padrão alimentar da população brasileira tem sido caracterizado, entre outros aspectos, pelo reduzido consumo de hortaliças e pelo crescimento do número de refeições realizadas fora do domicílio. A utilização dos serviços de alimentação pode representar oportunidade para a inclusão de variedade de hortaliças na dieta. Tem sido pouco estudado, no Brasil, o comportamento do consumidor quando se alimenta fora de casa. Este pode ser influenciado pelos riscos percebidos em uma situação d...

  4. Método para avaliação de risco ambiental de toxinas Bt sobre organismos não-alvo em laboratório : foco no predador Cycloneda sanguinea (Coleoptera: Coccinellidae)

    OpenAIRE

    2013-01-01

    O plantio extensivo de monoculturas e o uso de práticas agronômicas intensivas tornam a agricultura, e a produção em massa de alimentos, um dos principais fatores de risco à conservação da biodiversidade. Avanços no campo da engenharia genética propõem-se a diminuir tais impactos, promovendo aumento de produtividade e redução no uso de agrotóxicos, principalmente através da transferência de genes interespécies. Um exemplo desse tip...

  5. Prevalência de diabetes mellitus tipo 2 e outros fatores de risco associados em pacientes com glaucoma Prevalence of type 2 diabetes mellitus and other associated risk factors in glaucoma patients

    OpenAIRE

    Jacqueline Coblentz; Maria Lucia Elias Pires; Diogo Oliveira; Karina Lebeis; Larissa Terrezo

    2010-01-01

    OBJETIVO: Avaliar a prevalência de diabéticos em uma amostra de pacientes com glaucoma; verificar se existe associação entre diabetes mellitus e glaucoma na amostra estudada; verificar outros fatores de risco associados. MÉTODOS: Foram analisados de forma retrospectiva os prontuários de 50 pacientes com diagnóstico de glaucoma. Os dados registrados foram sexo, idade, raça, história familiar de glaucoma e história pessoal de diabetes mellitus tipo 2. RESULTADOS: Do total de pacientes avaliados...

  6. Fatores de risco associados à pressão arterial elevada em adolescentes Risk factors associated with high blood pressure in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Samara da Silva

    2007-08-01

    Full Text Available Níveis elevados de pressão arterial (PA na infância e adolescência têm sido freqüentemente associados a outros fatores de risco cardiovasculares, além de hipertensão arterial na fase adulta da vida. O presente estudo objetivou identificar fatores de risco associados à PA elevada em adolescentes. Participaram do estudo 674 adolescentes de escolas públicas e privadas, de ambos os sexos (303 rapazes e 371 moças, com idade de 14 a 17 anos (16,5 DP 0,9, da cidade de João Pessoa, Paraíba. Mediante aplicação de um questionário, foram levantadas informações sobre: a indicadores sociodemográficos; b nível de prática da atividade física; c hábitos alimentares; c índice de massa corporal; e fumo e bebidas alcoólicas; e foram realizadas medidas de PA. A prevalência de PA elevada foi de 7,4%, sendo maior nos rapazes (10,2% quando comparada com a das moças (5,1%, p High levels of arterial blood pressure in childhood and adolescence have been often associated with other cardiovascular risk factors apart from arterial hypertension in the adult stage of life. The present study aimed at identifying risk factors associated with high blood pressure in adolescents. The subjects were 674 adolescents from public and private schools in the city of João Pessoa, Paraíba. These subjects were of both sexes (i.e., 303 boys and 371 girls and their ages spanned from 14 to 17 years old. By means of a questionnaire, information about the following aspects was gathered: a socio-demographic status; b physical activity levels; c eating habits; d body mass index; e consumption of alcohol and smoking. Moreover, measurements of arterial pressure (AP showed that the prevalence of high AP was 7.4 %, being higher in boys (10.2% when compared with girls (5.1%, p < 0.01. The results of the multivaried analysis indicated that overweight adolescents displayed from five to six times more chance of having high AP than adolescents with light/normal weight (boys: OR

  7. Topologia do risco de acidentes do trabalho em Piracicaba, SP Spatial distribution of risks for work-related injuries in a city of Southeastern e Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lia Thieme Oikawa Zangirolani

    2008-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a distribuição espacial do risco de acidente do trabalho controlado por variáveis nutricionais e outras co-variáveis. MÉTODOS: Estudo caso-controle espacial de base hospitalar, tendo como variável de interesse a localização espacial dos acidentes do trabalho. Foram amostrados 794 trabalhadores, no período de maio a outubro de 2004. Os critérios de inclusão para casos (N=263 foram: ser trabalhador acidentado do trabalho, morador de Piracicaba, com idade entre 15 e 60 anos, e atendido em centro de ortopedia e traumatologia. Os controles (N=531 tiveram o mesmo critério de idade e residência na cidade, exceto que o acidente não era do trabalho, tendo sido considerandos também trabalhadores acompanhantes dos casos. A distribuição espacial da estimativa baseou-se no ajuste do modelo aditivo generalizado, tendo as coordenadas geográficas dos casos e controles como componente espacial não linear e as demais co-variáveis como componente linear. RESULTADOS: A variação da estimativa do risco espacial de acidentes do trabalho, controlada por sexo (OR=1,87; pOBJECTIVE: To assess spatial distribution of risks for work-related injuries controlled for nutritional variables and other covariables. METHODS: Hospital-based spatial case-control study with work-related injuries spatial distribution as the main variable of interest. A total of 794 workers were selected between May and October 2004. Inclusion criteria for cases (N=263 were: worker with work-related injury; living in Piracicaba (Southeastern Brazil; age between 15 and 60 years old; and cared at an orthopedics and trauma center. Controls (N=531 met the same criteria for age and residence, but had non-work-related injuries and workers accompanying cases were included as well. Spatial distribution was estimated by adjusting a generalized additive model with geographical coordinates of cases and controls as spatial non-linear component and the remaining covariables

  8. Fatores de risco para absenteísmo com licença médica em trabalhadores da indústria de petróleo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nágila Soares Xavier Oenning

    2014-02-01

    Full Text Available OBJETIVO : Identificar fatores de risco para o absenteísmo com licença médica em trabalhadores de empresa de petróleo. MÉTODOS : Estudo caso-controle (120 casos e 656 controles aninhado a um estudo de coorte retrospectivo com todos os trabalhadores de uma empresa de petróleo na Região Norte-Nordeste do Brasil entre 2007 e 2009. A variável resposta utilizada para representar o absenteísmo com licença médica foi a incidência média de faltas com licenças médicas no período, definida pela razão entre o total de dias de licenças médicas e os dias potencialmente trabalháveis no período. Análise de regressão logística foi utilizada para investigar a associação entre incidência média de faltas > 5,0% no período e as variáveis sexo, cargo, idade, tempo de atuação, regime de trabalho, tabagismo, hipertensão arterial, índice de massa corporal, atividade física, risco coronariano, sono, glicemia, diabetes não controlado, doença do aparelho cardiovascular, digestivo, aparelho locomotor, neurológica, neoplasia, posturas forçadas no trabalho, satisfação com o trabalho, relacionamento com a chefia e atenção concentrada no trabalho. RESULTADOS : A incidência média de faltas com licenças médicas > 5,0% no período da coorte foi 15,5%. O modelo logístico revelou que trabalhadores com incidência média de faltas > 5,0% tiveram 2,6 vezes mais chance de ser do sexo feminino; 2,0 vezes mais chance de ser fumante; 1,8 vez mais chance de ser ex-fumante, 2,2 vezes mais chance de relatar sono anormal e 10,5 vezes mais chance de estarem insatisfeitos com o trabalho do que trabalhadores com incidência média de faltas ≤ 5,0% no período. CONCLUSÕES : Sexo feminino, ser fumante ou ex-fumante, estar insatisfeito com o trabalho e relatar sono anormal são bons preditores de absenteísmo ao trabalho por doença.

  9. Demência como fator de risco para fraturas graves em idosos Dementia as risk factor for severe bone fractures among the elderly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline de Mesquita Carvalho

    2002-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As quedas entre pessoas idosas constituem importante problema de saúde pública devido à sua alta incidência, às complicações para a saúde e aos altos custos assistenciais. O estudo realizado visa a estimar a associação entre demência e ocorrência de quedas e fraturas entre idosos. MÉTODOS: Foi conduzido estudo caso-controle de 404 indivíduos com 60 ou mais anos de idade, da cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Casos e controles foram pareados por idade, sexo e hospital. Os dados foram coletados por meio de entrevista estruturada com os idosos. Foram considerados portadores de quadro demencial idosos cuja pontuação no questionário BOAS fosse superior a dois. Foram obtidos odds ratios (OR ajustados por fatores potenciais de confusão, utilizando-se regressão logística condicional. RESULTADOS: As quedas distribuíram-se igualmente entre os períodos da manhã, tarde e noite, havendo uma redução em sua freqüência durante a madrugada. Acidentaram-se dentro de casa 78% dos idosos com demência, contra 55% daqueles sem essa doença. O OR não-ajustado para a associação entre demência e fratura grave foi de 2,0 (IC95%, 1,23-3,25. Após o ajuste por fatores de confusão, houve uma pequena redução dessa associação (OR=1,82, 1,03-3,23. CONCLUSÃO: Idosos com quadro demencial apresentam maior risco de caírem e ser hospitalizados por fratura do que idosos sem demência. Tal fato implica a necessidade de cuidados especiais com esses indivíduos, visando a minimizar o risco desses acidentes.INTRODUCTION: Falls among elderly represent an important public health concern due to its high incidence, health implications, and medical care costs. The study aims to assess the association between dementia and bone fracture risk after falls among the elderly. METHODS: A case-control of 404 subjects aged 60 years old or more living in Rio de Janeiro, Brazil, was carried out. Cases and controls were matched by age, sex, and

  10. Determinantes de risco para doenças cardiovasculares em escolares Determinants of risk of cardiovascular diseases in schoolchildren

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estelamaris T. Monego

    2006-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer a ocorrência e associação de hipertensão arterial com algumas variáveis relacionadas ao estilo de vida. MÉTODOS: Estudo transversal, base populacional, amostra aleatória em indivíduos (7 a 14 anos de escolas (rede pública e particular. Investigados o estado nutricional, pressão arterial e hábitos de vida (tabaco, álcool, atividade física e hábito alimentar. RESULTADOS: Dos 3.169 escolares avaliados, destacaram-se 5,0% de hipertensão arterial e 6,2% de pressão normal-alta. A categorização por sexo mostra 6,4% meninos e 6,0% meninas com pressão normal-alta e 4,3% meninos e 5,7% meninas com hipertensão arterial. O índice de massa corporal (IMC identificou 16,0% com excesso de peso, dos quais 4,9% já obesos. Houve associação significante (p = 0,01 entre hipertensão arterial e excesso de peso. Dentre os investigados, 11,6% não faziam aulas de educação física e 37,8% eram sedentários no lazer. O tabagismo foi informado por vinte 0,6% escolares, e a experimentação de bebida alcoólica por 32,7%. Nenhuma dessas variáveis apresentou significância estatística em relação aos valores pressóricos e estado nutricional. CONCLUSÃO: Diante do encontro de escolares com valores médios de pressão arterial e IMC com freqüência acima da esperada, associado a hábitos de vida que tendem a favorecer o desenvolvimento das doenças cardiovasculares, sugere-se a proposição de medidas de intervenção cujo foco seja o escolar, como elemento capaz de disseminar as informações no núcleo familiar. Essa possibilidade nos mobiliza para uma proposta de atuação nas escolas como parceiras na promoção da saúde.OBJECTIVE: To investigate the occurrence and association of arterial hypertension with several lifestyle variables. METHODS: Transversal population-based study with a random sample of students (7 to 14 years of age of public and private schools. Variables investigated were nutritional status, blood

  11. Da segurança e medicina do trabalho à Saúde do Trabalhador: história e desafios da Revista Brasileira de Saúde Ocupacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Marçal Jackson Filho

    2015-07-01

    Full Text Available Resumo A Revista Brasileira de Saúde Ocupacional (RBSO é o periódico científico do campo da Saúde do Trabalhador publicado pela Fundacentro desde 1973. O percurso histórico, o desempenho atual, os desafios e as perspectivas futuras da RBSO são discutidos a partir de análise documental. A história da revista pode ser dividida em três períodos, começando durante o governo militar. No início, se constituiu em veículo de difusão de conhecimentos e da política de prevenção de acidentes, na qual a Fundacentro desempenhava papel central. No início dos anos 80 abre-se espaço para publicações de caráter técnico científico, assim como o campo da Saúde do Trabalhador surge em suas páginas. Em 2005-6, um processo de reestruturação é implementado, assegurando política e estruturas editoriais independentes. Desde 2006, 139 artigos originais e nove dossiês temáticos foram publicados; a Revista está indexada em 9 bases; Qualis/CAPES B1 na área Interdisciplinar e B2 em Saúde coletiva, com tendência ascendente no Fator de Impacto SciELO e índice h5 no Google Scholar. Todavia, a relativa baixa produção científica no campo e o alto índice de rejeição de manuscritos podem colocar em risco a sobrevivência do “lócus principal” para publicações científicas no campo da Saúde do Trabalhador.

  12. Condições e ambiente de trabalho em uma lavanderia hospitalar: percepção dos trabalhadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Pinheiro Fontoura

    Full Text Available Resumo Introdução: os trabalhadores de lavanderia hospitalar estão amplamente expostos a diferentes situações de risco ocupacional pelas características peculiares desse ambiente de trabalho. Objetivo: identificar a vivência e a percepção dos trabalhadores sobre suas condições de trabalho. Método: pesquisa de abordagem qualitativa realizada com trabalhadores de uma lavanderia hospitalar de um hospital público de grande porte. Os dados foram coletados e analisados seguindo a técnica de grupo focal e de análise de conteúdo. Resultados: os riscos percebidos foram identificados e analisados em três categorias: 1. Riscos do trabalho diário, com as subcategorias Riscos ergonômicos (intensificação do trabalho, número excessivo de horas trabalhadas, exigência de produção e ausência de pausas, Riscos físicos (ruído, calor, Riscos biológicos (manuseio de material contaminado e Estresse e perigo de acidentes com materiais perfurocortantes; 2. Organização do trabalho e controle sobre os trabalhadores; 3. Sugestões dos trabalhadores para melhorias nas condições de trabalho. Conclusão: os diversos riscos ocupacionais encontrados na lavanderia se relacionam diretamente às condições ambientais e organizacionais desse serviço. É necessário implantar medidas de controle coletivo e estratégias de mudanças na organização do trabalho para prevenir e promover a saúde dos trabalhadores que atuam nesse ambiente laboral.

  13. Risk factors associated with the occurrence of gastrointestinal helminths in dairy goats kept in grazing systemFatores de riscos associados à ocorrência de helmintos gastrintestinais em cabras leiteiras mantidas em sistema de pastejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adivaldo Henrique Fonseca

    2012-05-01

    Full Text Available Infection due to the gastrointestinal nematodes can negatively interact with the productive performance of dairy goats, and in some cases can induce mortality in the flocks. The objective was to study the influence of season, parturition order, postpartum, lactation and breed standard on the population of helminths in dairy goats. 31 goats were used, with 15 Saanen and 16 F1 (½ Boer + ½ Saanen. Of these, 13 were from the 1st lactation and 18 from the 2nd or more lactations. The highest fecal egg counts occurred during the summer and spring, with FEC in Saanen higher (p Infecção por nematóides gastrointestinais pode interagir negativamente com a performace produtiva de cabras de leite, e em alguns casos induzir a mortalidade em rebanhos. Objetivou-se conhecer a influência da estação do ano, ordem de parto, periparto, lactação e padrão racial sobre a população de helmintos em cabras leiteiras. Foram utilizadas 31 cabras, sendo 15 Saanen e 16 F1 (½ Saanen + ½ Bôer. Destas, 13 eram de 1º lactação e 18 de 2º ou mais lactações. As maiores contagens de OPG ocorreram no verão e primavera, sendo o OPG dos animais Saanen superior (p < 0,01 ao dos F1 (½ Saanen + ½ Bôer. Os animais de 1º lactação apresentaram OPG superior (p < 0,004 ao dos animais de 2º ou mais lactação. Durante o periparto as maiores contagem de OPG para os dois padrões raciais foram na semana do parto (p < 0,05, seguida pelo pós-parto e pré-parto. No periparto as cabras Saanen apresentaram OPG superior (p < 0,02 aos F1 e as primíparas (p < 0,008 em relação as pluríparas. Animais F1 são resistentes a helmintos quando comparado a animais Saanen, demonstrando que o cruzamento de raças resistentes com raças de alta produção é uma alternativa viável para aumentar a produtividade sem comprometer a estabilidade parasitaria do rebanho. O periparto constitui fator de risco associado á ocorrência de helmintos gastrintestinais, especialmente em cabras

  14. Função sexual e qualidade de vida em gestantes de baixo risco Sexual function and quality of life of low-risk pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Queiroz Ferreira

    2012-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar em gestantes saudáveis no segundo trimestre a associação entre função sexual e qualidade de vida, e função sexual e satisfação sexual. MÉTODOS: Estudo transversal com 51 gestantes em acompanhamento em ambulatório de pré-natal de baixo risco. A função sexual foi aferida por meio do Quociente Sexual - Versão Feminina (QS-F. A qualidade de vida e a satisfação sexual foram avaliadas pelo Instrumento Abreviado de Avaliação de Qualidade de Vida da Organização Mundial da Saúde (WHOQOL-bref. Os critérios de inclusão foram idade gestacional entre a 15ª e a 26ª semana, idade materna igual ou superior a 20 anos, mínimo de 5 anos de educação escolar, ter parceiro fixo há pelo menos 6 meses, ter tido relação sexual com penetração vaginal nos últimos 15 dias. Foram excluídas mulheres vítimas de violência sexual, com história pregressa ou atual de depressão, antecedente de aborto habitual ou complicações na gestação atual (amniorrexe prematura, trabalho de parto prematuro ou hemorragia. Para a análise dos dados foram utilizados os testes do χ² e exato de Fisher e pPURPOSE: To evaluate, in healthy women in the second trimester of pregnancy, a possible association between sexual function and quality of life, and between sexual function and sexual satisfaction. METHODS: This cross-sectional study involved 51 pregnant women managed at a low-risk antenatal care clinic. Sexual function was evaluated through the Sexual Quotient - Female Version (QS-F questionnaire. Quality of life and sexual satisfaction were evaluated though the brief version of the World Health Organization Quality of Life questionnaire (WHOQOL-bref. Inclusion criteria were pregnancy between 15-26 weeks, maternal age 20 or more years, at least five years of scholling, in a relationship with a single partner for the last 6 months, having sexual intercourse with vaginal penetration in the last 15 days. We excluded women with a history

  15. Situação jurídico-penal e fatores de risco em adolescentes em conflito com a lei

    OpenAIRE

    Beheregaray, Andréa Pereira

    2008-01-01

    O presente estudo visa, através de medidas psicológicas, compreender, as variáveis envolvidas no desenvolvimento do comportamento transgressor grave, na adolescência, e discutir essa condição sob a luz dos Direitos e Garantias da Criança e do Adolescente. O estudo se divide em dois momentos. No primeiro é realizada uma revisão bibliográfica orientada pelas seguintes temáticas: psicopatia, neurociência e emoções, agressividade na infância e na adolescência, violência e direitos e garantias na ...

  16. Nutrição e excesso de massa corporal: fatores de risco cardiovascular em adolescentes Nutrition and excess body mass: cardiovascular risk factors in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Viégas Rêgo

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a freqüência de hipertensão arterial, sedentarismo e consumo alimentar inadequado em adolescentes com excesso de massa corporal. MÉTODOS: Estudo transversal com 56 adolescentes, sendo 21 meninos e 35 meninas, entre 10 e 19 anos. As variáveis foram: sexo, idade, peso, estatura, índice de massa corporal, classificação nutricional, hipertensão arterial, atividade física e consumo alimentar de risco cardiovascular. Avaliou-se o consumo alimentar com questionário que estabelece consumo de risco cardiovascular entre adolescentes por categorias de consumo, segundo pontuações por quantidades e freqüência consumida. Do questionário originaram-se as variáveis categorias de consumo e pontuações. Aplicou-se correlação de Spearman entre índice de massa corporal, idade e pontuação de consumo. Por teste "t" de Student compararam-se entre os sexos as médias de índice de massa corporal, idade, massa corporal, estatura e pontuação de consumo, e por qui-quadrado as freqüências por presença e ausência de hipertensão arterial, prática de atividade física e categorias de consumo. Com teste Kruskal-Wallis, analisou-se a variância da pontuação de consumo entre grupos. RESULTADOS: Não houve diferenças estatísticas entre os sexos para atividade física (p=0,68, hipertensão arterial (p=0,94, excesso de massa corporal (p=0,31 e categorias de consumo (p=0,53. O índice de massa corporal não se correlacionou com a idade (r=0,20 e p=0,14 e a pontuação de consumo (r=-0,06 e p=0,60. Não houve diferença estatística (p=0,19 na pontuação do consumo por grupos. CONCLUSÃO: Os adolescentes não apresentaram distinções por sexo quanto à prevalência de hipertensão arterial, sedentarismo e consumo alimentar de risco cardiovascular, embora as meninas apresentassem maior freqüência desses fatores quando agrupados.OBJECTIVE: To assess the frequency of arterial hypertension, inactivity and inadequate food intake

  17. Risco de sobrepeso e excesso de peso em crianças de pré-escolas privadas e filantrópicas Risk of overweight and obesity in preschoolers attending private and philanthropic schools

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Viviane Gabriela Nascimento

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a prevalência de risco de sobrepeso, e sobrepeso e obesidade em crianças de pré-escolas privadas e filantrópicas da região metropolitana de São Paulo. MÉTODOS: Comparação de dois estudos transversais, com crianças matriculadas em pré-escolas privadas (PEP ou filantrópicas (PEF, nos quais o universo de crianças foi avaliado. Para classificar o risco de sobrepeso, e sobrepeso e obesidade, e os valores de índice de massa corpórea (IMC foram transformados em escores z (Organização Mundial de Saúde - 2006 e 2007. RESULTADOS: A prevalência de risco de sobrepeso (z IMC > 1 a 2, a prevalência nas PEP foi de 14,3% e nas PEF foi de 9,0%, RP = 1,54 (IC 95%: 1,23-1,93, com p = 0,0002. No sexo masculino, a prevalência de sobrepeso e obesidade nas PEP foi de 16,4% (n = 409 e nas PEF, de 11,1% (n = 829, RP = 1,48 (IC 95%: 1,10-1,98, e no sexo feminino foi de 12,5% (n = 400 nas PEP e 6,6% (n = 698 nas PEF, RP = 1,90 (IC 95%: 1,30-2,78, ambas as diferenças significantes. CONCLUSÃO: A prevalência de risco de sobrepeso foi semelhante e muito elevada nos dois grupos de crianças. O sobrepeso e a obesidade ainda apresentaram maior frequência nas crianças de pré-escolas privadas. Assim, apesar de uma melhor condição socioeconómica ainda ser fator de risco para sobrepeso e obesidade em pré-escolares, o mesmo parece que já não ocorre quando se analisa o risco de sobrepeso.OBJECTIVE: To assess the risk prevalence of overweight and obesity in children enrolled in private and philanthropic preschools in the State of São Paulo. METHODS: Comparison of two cross sectional studies with children enrolled in private preschools (PPS or philanthropic (PHP of the São Paulo Metropolitan Region. Both surveys evaluated the children's environment. To determine the risk of overweight, excess weight and obesity, body mass index (BMI values were transformed into z scores (according to the World Health Organization - 2006 and 2007

  18. Queixas musculoesqueléticas em músicos: prevalência e fatores de risco Playing-related musculoskeletal complaints among musicians: prevalence and risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Annemarie Frank

    2007-06-01

    Full Text Available Disfunções musculoesqueléticas relacionadas à prática instrumental são freqüentes entre músicos, atingindo acima de 70% dos componentes de orquestras. O exercício da música como profissão requer ampla diferenciação e produtividade de capacidades tanto psicológicas, mentais, como também físicas. Muitos fatores de risco contribuem para o surgimento de queixas musculoesqueléticas durante a prática musical, entre eles: a técnica individual, as condições físicas do músico e o instrumento em si. Podem ocorrer distúrbios reumatológicos, neurológicos, dermatológicos e psicológicos, assim como problemas de visão e audição e do complexo orofacial. As queixas no aparelho motor manifestam-se, muitas vezes, como dor, fraqueza ou tensão. Os diagnósticos do membro superior mais freqüentemente estabelecidos são as tendinopatias, mialgias e a síndrome do superuso. O médico e o terapeuta responsáveis devem conhecer as atividades e cargas do músico profissional, para que sejam proporcionadas avaliação e estratégia terapêutica adequadas.Playing-related musculoskeletal complaints are often found among musicians, taking a toll in more than 70% of professional musicians in orchestras. Professional musical performance requires a high level of differenciation and efficiency of psychological, mental and physical skills. Many risk factors can contribute to the development of musculoskeletal conditions in this special population, like the individual technique, physical fitness of the musician and the instrument itself. Many rheumatic, neurological, dermatological, and psychiatric problems are reported, as well as dysfunctions of the visual, auditive and oral system. The musculoskeletal complaints often manifest as pain, weakness or tension, and the most common diagnoses of the upper limb are tendinopathies, myalgia and overuse syndromes. It is necessary for the skilfull physician and physical therapist to have a thorough knowledge

  19. Fatores de risco em carcinomas de células transicionais da bexiga: risk factors Transitional cell carcinoma of the bladder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Brianezi Tiraboschi

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar alguns dados epidemiológicos do câncer vesical bem como fatores de risco. MÉTODOS: Foram selecionados 125 pacientes atendidos no período 1980-2002, com idade média de 63,6±11,3 anos, sendo 97 (77,6% homens e 28 (22,4% mulheres. As proporções de tumores G1, G2 e G3 foram: 48%, 35,2% e 16,8%. As proporções dos estádios da lesão primária foram: pTa-1 - 85 ( 68% e pT2-4 - 40 ( 32%. Entre os pacientes com tumores superficiais houve recidiva em 41 (48,2%. RESULTADOS: O grau da lesão primária mostrou relação com o estádio T (pOBJECTIVE: To analyse some epidemiological data of patients with transitional cell carcinoma of the bladder (TCC and the predictive value of conventional risk factors. METHODS: From 1980 to 2002, 125 patients were treated at our hospital and selected retrospectively for this study. The series mean age was 63,6±11,3 years, being 77.6% males and 22.4% females. The proportions of G!, G2 and G3 TCC were: 48%, 35.2% and 16.8%. The T stage was: pTa-1 - 85 (68% and pT2-4 - 40 (32%. Superficial tumors were treated by TUR alone or plus BCG (>G1, and the invasives ones by radical cystectomy. The vesical reccurence rate of superficial TCC was 48.2%. RESULTS: TCC grade showed a positive association with T stage (p<0.0001 and patient survival (p<0.0001, but not with local bladder reccurence of superficial tumors (p=0.72. The T stage also showed a strong correlation with patient survival (p<0.0001. CONCLUSION: The TCC is more common in male than in female with mean age of 63.2 years. The tumor grading and staging exhibited as strong predictive value for disease progression and patient survival.

  20. Caracterização epidemiológica e fatores de risco associados à infecção por Brucella ovis em ovinos deslanados do semiárido paraibano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabrine A. Santos

    2013-04-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo determinar a prevalência de rebanhos ovinos positivos (focos e de animais soropositivos para Brucella ovis na mesorregião do Sertão, Estado da Paraíba, Nordeste do Brasil, bem como identificar fatores de risco. Foram colhidas amostras de sangue de 1.134 animais procedentes de 103 rebanhos em 17 municípios. Para o diagnóstico sorológico da infecção por B. ovis foi utilizado o teste de imunodifusão em gel de ágar (IDGA. Um rebanho foi considerado positivo quando apresentou pelo menos um animal soropositivo. Das 103 propriedades utilizadas 21 (20,39% apresentaram pelo menos um animal soropositivo e dos 1.134 animais, 59 (5,20% foram soropositivos. Realizar higiene nas instalações com periodicidade anual (odds ratio = 7,13; IC 95% = 1,56-32,47; p=0,011 e aquisição de animais (odds ratio = 6,06; IC 95% = 1,39-26,48; p=0,017 foram identificados como fatores de risco. Com base na análise de fatores de risco, recomenda-se a realização de diagnóstico da infecção por B. ovis previamente à aquisição de animais e realização periódica de higienização das instalações.

  1. Hepatite C: prevalência e fatores de risco entre portadores do VIH/SIDA em Belém, Pará, na Amazônia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Rita de Cassia Costa Monteiro

    2004-01-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou investigar a prevalência de infecção pelo vírus da hepatite C e identificar possíveis fatores de risco para sua transmissão, em 406 indivíduos portadores do vírus da imunodeficiência humana, maiores de dezoito anos de idade, atendidos na rede pública de saúde da cidade de Belém, Pará, situada na Amazônia brasileira. Os exames referentes ao anti-VHC foram realizados pelo método de Elisa e a pesquisa do VHC RNA através da reação de polimerase em cadeia. A prevalência de infecção, atual ou pregressa, pelo vírus da hepatite C foi de 16% (IC: 12,4 - 19,6. A análise multivariada mostrou associação do vírus C com as variáveis idade, cujo risco significante recaiu no grupo com cinqüenta ou mais anos (OR=9,75, antecedente de transfusão de sangue (OR=4,74 e uso de droga ilícita injetável (OR=149,28. A prevalência do vírus da hepatite C entre os usuários de drogas injetáveis foi de 83,7% e de 22,1% na população de transfundidos. Estes resultados indicam a efetiva transmissão do vírus C através da exposição percutânea e reafirmam o grande potencial de risco para hepatite C contido no uso injetável de drogas ilícitas.

  2. Riscos ocupacionais e gestão ergonómica em postos de trabalho com utilização de equipamento informático

    OpenAIRE

    Neto, Signalda de Sousa

    2015-01-01

    Os riscos ocupacionais têm sido uma problemática nos postos de trabalho dotados de visor. Esta problemática carece de um estudo mais aprofundado, uma vez que a prevenção contínua contribui para o sucesso dos locais de trabalho. Este estudo pretende descrever a incidência/prevalência dos riscos laborais a que os profissionais cuja atividade requer o uso de equipamento de informática estão expostos. O objeto de estudo concentra a recolha de várias informações nos colaboradores, d...

  3. Agrupamento de fatores de risco cardiovasculares em população rural, por meio da análise fatorial

    OpenAIRE

    Eulilian Dias de Freitas

    2008-01-01

    Desde que Reaven introduziu o conceito conhecido como síndrome X, o agrupamento de alguns fatores de risco cardiovasculares, tais como: hipertensão arterial sistêmica, dislipidemia, excesso de peso e resistência à insulina tem sido motivo de intensos debates. Há evidências de que exista mais de um processo fisiopatológico relacionado ao desenvolvimento simultâneo dessas alterações metabólicas, cada um produzindo um padrão de agrupamento de fatores de risco diferente. A técnica de análise f...

  4. Estudo da influência do Sarbanes-Oxley Act of 2002 sobre o gerenciamento do risco operacional em instituições financeiras brasileiras

    OpenAIRE

    Camazano, Magali Aparecida

    2008-01-01

    A desregulamentação e a globalização dos serviços financeiros associadas à sofisticação das tecnologias financeiras têm aumentado a complexidade das atividades bancárias e a conseqüente exposição dos bancos ao risco operacional. Casos diversos de perdas catastróficas relacionadas ao risco operacional se fizeram presentes nos últimos 10 anos, a exemplo da quebra do tradicional Barings Bank, na Inglaterra. Por decorrência, o Novo Acordo de Capital da Basiléia (Basiléia II), divul...

  5. Frequência de fatores de risco cardiovascular em voluntários participantes de evento de educação em saúde Cardiovascular risk factors in a population attending a community event on health education

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Soler Coltro

    2009-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As doenças cardiovasculares (DCV constituem a principal causa de óbito no Brasil. OBJETIVO: Avaliar a frequência dos fatores de risco para DCV em indivíduos participantes de evento de educação em saúde na comunidade. MÉTODOS: Foram analisados retrospectivamente 428 formulários contendo informações clínicas e demográficas de voluntários participantes de evento em saúde, realizado em maio de 2006. Comparações entre proporções foram realizadas pelo teste do Qui quadrado e entre grupos pelo teste t de Student. As associações entre hipertensão arterial (HAS e diabetes mellitus (DM e variáveis clínicas foram avaliadas pelo modelo de regressão logística multivariado. O nível de significância adotado foi p30 Kg/m², 27,3% da casuística, a pressão arterial sistólica (133±16mmHg e diastólica (84±11,5mmHg e a glicemia casual (124±52,5mg/dl foram maiores que nos não obesos (pINTRODUCTION: Cardiovascular diseases (CVD are the main cause of death in Brazil. OBJECTIVE: To evaluate the frequency of CVD risk factors in a population attending a health education community event. METHODS. Retrospective study that included 428 completed forms with clinical and demographic information of volunteers attending a public event, in May, 2006. Data were expressed by means and standard deviation or proportions and compared by Student´s t test or Chi-square test. Associations between Arterial Hypertension (AH, Diabetes Mellitus (DM and clinical variables were analyzed by multinomial logistic regression. Significance level was p 30 Kg/m2, 27.3% of the population, systolic blood pressure (133±16mmHg, diastolic blood pressure (84±11.5mmHg and casual glycemia (124±52.5mg/dl were higher when compared to non-obese (p<0.05. There was a significant association between obesity and dyslipidemia (p=0.04. Age and IMC were independently associated with AH and DM. CONCLUSION: The high frequency of modifiable cardiovascular risk factors

  6. Fatores de risco cardiovascular em adolescentes: prevalência e associação com fatores sociodemográficos Cardiovascular risk factors for adolescents: prevalence and association with sociodemographic factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Cazuza de Farias Júnior

    2011-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Determinar a prevalência de fatores de risco cardiovascular (individual e co-ocorrência; e investigar a relação entre esses fatores e indicadores sociodemográficos em adolescentes. MÉTODOS: A amostra, selecionada por conglomerados em dois estágios (escolas, turmas, foi constituída de 782 adolescentes (14-17 anos de idade, 54,9% do sexo feminino do ensino médio no município de João Pessoa - PB, Brasil. As variáveis independentes foram sexo, idade e condição econômica. Os desfechos investigados foram: níveis insuficientes de atividade física, hábitos alimentares inadequados, pressão arterial elevada, etilismo, excesso de peso corporal e tabagismo. RESULTADOS: Níveis insuficientes de atividade física (59,5% e hábitos alimentares inadequados (49,5% foram os fatores de risco cardiovascular mais prevalentes. Pressão arterial elevada, etilismo e excesso de peso foram mais prevalentes no sexo masculino, e níveis insuficientes de atividade física no sexo feminino. Cerca de 10% dos adolescentes não apresentaram nenhum fator de risco, e 51,4% apresentaram dois ou mais fatores de forma simultânea. Os adolescentes do sexo masculino (OR = 1,89; 1,35 - 2,65 e aqueles que pertenciam aos estratos econômicos mais pobres tiveram maiores chances de apresentar um ou mais fatores de risco biológicos (OR = 1,69; IC95% = 1,16 - 2,47. CONCLUSÃO: A prevalência de fatores de risco cardiovascular foi elevada, com destaque para a exposição simultânea a múltiplos fatores de risco. Os adolescentes do sexo masculino e os mais pobres foram os subgrupos com maior exposição a fatores de risco biológicos de forma simultânea.OBJECTIVE: The objective of this study was to determine the prevalence of cardiovascular risk factors (individual and co-occurrence; and to analyze their relationship with demographic and socioeconomic variables in adolescents. METHODS: A two-stage cluster sampling process was used (school and class. The sample

  7. La complejidad de tarea de las ocupaciones

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JAIME RIVIÈRE

    2009-01-01

    Full Text Available Las ocupaciones tienen al menos tres componentes claramente diferenciables: los relacionados con su dificultad como actividad, los relacionados con su contenido jerárquico y los relacionados con el objeto al que se aplican los procesos de trabajo. En este estudio se lleva a cabo un análisis de los contenidos de las ocupaciones en relación con el objeto y la complejidad de las tareas en los distintos grupos ocupacionales. En primer lugar, se discuten las dificultades de la medición de la complejidad de las tareas contenidas en las ocupaciones. Después se examinan las orientaciones de las ocupaciones<