WorldWideScience

Sample records for risco gestacional estudo

  1. Pequenos para idade gestacional: fator de risco para mortalidade neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almeida Márcia Furquim de

    1998-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar as variáveis contempladas na Declaração de Nascimento (DN como possíveis fatores de risco para nascimentos pequenos para a idade gestacional (PIG e o retardo de crescimento intra-uterino como fator de risco para a mortalidade neonatal. MATERIAL E MÉTODO: As variáveis existentes na DN foram obtidas diretamente de prontuários hospitalares. Os dados referem-se a uma coorte de nascimentos obtida por meio da vinculação das declarações de nascimento e óbito, correspondendo a 2.251 nascimentos vivos hospitalares, de mães residentes, ocorridos no Município de Santo André, Região Metropolitana de São Paulo, no período de l/1 a 30/6/1992, e aos óbitos neonatais verificados nessa coorte. RESULTADOS: Obteve-se a proporção de 4,3% de nascimentos PIG, significativamente maior entre os recém-nascidos de pré-termo e pós-termo, entre os nascimentos cujas mães tinham mais de 35 anos de idade e grau de instrução inferior ao primeiro grau completo. Os recém-nascidos PIG apresentam maior risco de morte neonatal que aqueles que não apresentavam sinais de retardo de crescimento intra-uterino. CONCLUSÕES: Em áreas com menor freqüência de baixo peso ao nascer, é importante investigar a presença de retardo de crescimento intra-uterino entre os nascimentos prematuros e não apenas nos nascimentos de termo. O registro da data da última menstruação (ou da idade gestacional em semanas não agregadas na DN facilitaria a detecção de PIGs na população de recém-nascidos.

  2. Pequenos para idade gestacional: fator de risco para mortalidade neonatal Small for gestational age

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Furquim de Almeida

    1998-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar as variáveis contempladas na Declaração de Nascimento (DN como possíveis fatores de risco para nascimentos pequenos para a idade gestacional (PIG e o retardo de crescimento intra-uterino como fator de risco para a mortalidade neonatal. MATERIAL E MÉTODO: As variáveis existentes na DN foram obtidas diretamente de prontuários hospitalares. Os dados referem-se a uma coorte de nascimentos obtida por meio da vinculação das declarações de nascimento e óbito, correspondendo a 2.251 nascimentos vivos hospitalares, de mães residentes, ocorridos no Município de Santo André, Região Metropolitana de São Paulo, no período de l/1 a 30/6/1992, e aos óbitos neonatais verificados nessa coorte. RESULTADOS: Obteve-se a proporção de 4,3% de nascimentos PIG, significativamente maior entre os recém-nascidos de pré-termo e pós-termo, entre os nascimentos cujas mães tinham mais de 35 anos de idade e grau de instrução inferior ao primeiro grau completo. Os recém-nascidos PIG apresentam maior risco de morte neonatal que aqueles que não apresentavam sinais de retardo de crescimento intra-uterino. CONCLUSÕES: Em áreas com menor freqüência de baixo peso ao nascer, é importante investigar a presença de retardo de crescimento intra-uterino entre os nascimentos prematuros e não apenas nos nascimentos de termo. O registro da data da última menstruação (ou da idade gestacional em semanas não agregadas na DN facilitaria a detecção de PIGs na população de recém-nascidos.INTRODUCTION: Variables of birth certificates were analysed as risk factors of SGA (Small for Gestational Age infantis, and with a view to discovering if retarded intra-uterine growth was a risk factor neonatal mortality. MATERIAL AND METHOD: Data were obtained directly from 11 hospital medical records. A cohort of 2.251 hospital live births was obtained. Linkage of the death and birth certificates was undertaken to identify the neonatal deaths. The

  3. Indicadores de risco de morbimortalidade em recém-nascidos de mães que desenvolveram Diabetes mellitus gestacional

    OpenAIRE

    Iris Rolim Silva, Assíria

    2002-01-01

    88 GRÁVIDAS COM DIABETES GESTACIONAL E SEUS RECÉM-NASCIDOS FORAM ESTUDADOS NA MATERNIDADE DO HOSPITAL BARÃO DE LUCENA, QUE É CENTRO DE REFERÊNCIA EM GRAVIDEZ DE ALTO RISCO NO PERÍODO COMPREENDIDO ENTRE JANEIRO DE 1996 A DEZEMBRO DE 1999. O OBJETIVO DO ESTUDADO FOI IDENTIFOCAR QUAIS OS FATORES DE RISCO MATERNOS QUE PODERIAM PREDISPOR AO APARECIMENTO DE MORBIDADES NEONATAIS MAIS COMUNS. AS MORBIDADES NEONATAIS CONSIDERADAS FORAM PREMATURIDADE, MACROSSOMIA, HIPOGLICEMIA, HIPOCALCEMIA, POLICITEMI...

  4. Smoking and other pre-gestational risk factors for spontaneous preterm birth Tabagismo e outros fatores de risco pré-gestacional para nascimento espontâneo prematuro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eugênio Grillo

    2011-12-01

    Full Text Available OBJECTIVES: to investigate pre-gestational risk factors for spontaneous preterm birth and, the role of smoking and its cumulative effects on prematurity. METHODS: a case-control study analyzed a data set of all births occurring in a tertiary maternity hospital between April 2002 and July 2004. Spontaneous preterm births of single and live newborns without malformations were selected as cases. Controls were all the term births of live and single newborns without malformations during the same period. Three outcomes were studied: all preterm births (OBJETIVOS: investigar fatores de risco pré-gestacional para nascimento espontâneo prematuro e o papel do tabagismo e seus efeitos cumulativos na prematuridade. MÉTODOS: um estudo transversal baseado em um banco de dados maternos e perinatais, analisou todos os nascimentos ocorridos, em um hospital terciário, no período de abril de 2002 a julho de 2004. Nascimentos prematuros, únicos e espontâneos, de nascidos vivos, sem malformações, foram selecionados como casos. Controles foram selecionados como nascidos vivos e a termo, únicos e sem malformações durante o mesmo período. Três desfechos foram estudados: todos nascimentos prematuros com menos de 37 semanas, aqueles com menos de 35 e 32 semanas de gestação. Regressão Logística foi utilizada na determinação do efeito independente de cada um dos fatores de risco. RESULTADOS: idade materna de menos de 20 anos, baixa escolaridade, baixo índice de massa corporal pré-gestacional e tabagismo se mostraram independente e significativamente associados com nascimento espontâneo e prematuro para os três desfechos. Para todos os fatores de risco, exceto tabagismo materno, as razões de chance aumentaram linearmente com o decréscimo da idade gestacional. O teste para tendência linear se mostrou significante para idade materna de menos de 20 anos e para baixo índice de massa corporal pré-gestacional. CONCLUSÕES: os efeitos cumulativos do

  5. Non classical risk factors for gestational diabetes mellitus: a systematic review of the literature Fatores de risco não clássicos para diabetes mellitus gestacional: uma revisão sistemática da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Alice Souza de Oliveira Dode

    2009-01-01

    Full Text Available Age, obesity and family history of diabetes are well known risk factors for gestational diabetes mellitus. Others are more controversial. The objective of this review is to find evidence in the literature that justifies the inclusion of these other conditions among risk factors. The MEDLINE, Cochrane, LILACS and Pan American Health Organization databases were searched, covering articles dating from between 1992 and 2006. Keywords were used in combination (AND with gestational diabetes mellitus separately and with each one of the risk factors studied. The methodological quality of the studies included was assessed, resulting in the selection of 41 papers. Most studies investigating maternal history of low birth weight, low stature, and low level of physical activity have found positive associations with gestational diabetes mellitus. Low socioeconomic levels, smoking during pregnancy, high parity, belonging to minority groups, and excessive weight gain during pregnancy presented conflicting results. Publication bias cannot be ruled out. Standardization of techniques, cutoff points for screening and diagnosis, as well as studies involving larger sample sizes would allow future meta-analyses.Idade, obesidade e história familiar de diabetes são fatores de risco bem conhecidos para diabetes mellitus gestacional. Outros são controversos. O objetivo desta revisão é encontrar evidências na literatura que justifiquem a inclusão dessas condições entre os fatores de risco. Bases de dados MEDLINE, Cochrane, LILACS e Organização Pan-Americana da Saúde foram procuradas. A revisão incluiu artigos de 1992 a 2006. Palavras-chave foram usadas em combinação com diabetes mellitus gestacional separadamente e com cada um dos fatores de risco estudados. A qualidade metodológica dos estudos incluídos foi medida, totalizando 41 estudos. A maioria dos trabalhos que investigaram história materna de baixo peso, baixa estatura e baixa atividade f

  6. Trabalho e riscos de adoecimento: um estudo entre policiais civis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Cristine Cavalcante Anchieta

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo avaliar a percepção que os policiais civis do DF têm sobre o seu contexto de trabalho, suas exigências, assim como as vivências e os problemas físicos, psicológicos e sociais causados pelo trabalho, procurando fazer inferências sobre as estratégias de mediação utilizadas para evitar o sofrimento e os riscos de adoecimento. Foi aplicado o Inventário do Trabalho e Riscos de Adoecimento (ITRA em 160 policiais civis, homens e mulheres, recém empossados na Instituição (tempo médio de oito meses de ingresso na Instituição. Os resultados indicaram que, apesar de não ficarem evidentes danos graves à saúde do policial novato, há riscos de acontecerem falhas nas estratégias de mediação em relação a fatores que levam ao adoecimento.

  7. Fatores de risco para doença trofoblástica gestacional persistente Risk factors for persistent gestational trophoblastic disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Guimarães Tiezzi

    2005-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar o impacto dos fatores de riscos na evolução para doença trofoblástica gestacional persistente (DTGP e selecionar grupos de pacientes para seguimento intensivo e os que poderiam se beneficiar de quimioterapia profilática. MÉTODOS: foram incluídas prospectivamente 214 pacientes com diagnóstico de mola hidatiforme completa (MHC submetidas a esvaziamento uterino no período de 1980 a 2001. Todas as pacientes foram seguidas semanalmente com avaliação clínica e dosagem de bHCG. Consideramos como DTGP as pacientes que necessitaram tratamento adicional além do esvaziamento uterino para a resolução do caso. Foram analisados parâmetros epidemiológicos (idade, antecedentes obstétricos, raça e tipagem sanguínea bem como indicadores de volume e agressividade da doença (volume uterino, presença de cistos teca-luteínicos e dosagem sérica de betaHCG. Os diversos fatores de risco foram avaliados isoladamente e em conjunto, sendo o risco expresso em odds ratio (OR. RESULTADOS: dentre os fatores epidemiológicos e características pessoais apenas a ausência do fator Rh foi significante (com OR de 2,3. Todos os sinais indicativos de hiperplasia do trofoblasto, representados pela altura uterina maior que a esperada para a idade gestacional, o volume uterino estimado pela ultra-sonografia, a presença de cistos teca-luteínicos e a dosagem sérica elevada de bHCG, estiveram associados ao risco de DTGP. A presença de pelo menos um destes achados mostrou sensibilidade de 82% e valor preditivo positivo de 35,1% (OR 4,8. A regressão logística identificou os parâmetros altura uterina maior que o esperado para a idade gestacional e os níveis séricos de betaHCG como fatores de risco para DTGP com OR de 4,1 e 5,5, respectivamente. CONCLUSÕES: os sinais de hiperplasia do trofoblasto apresentam boa sensibilidade na predição de DTGP, no entanto o baixo valor preditivo positivo impede que se empreguem estes fatores para

  8. Associação glicemia de jejum e fatores de risco como teste para rastreamento do diabete gestacional Fasting glycemia associated with risk factors as a screening test for gestational diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Ayach

    2005-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: comparar dois testes de rastreamento do diabete gestacional. MÉTODOS: estudo prospectivo no qual foram avaliadas 356 gestantes, sem diagnóstico prévio do diabete melito, submetidas, de modo independente, a dois testes de rastreamento: associação glicemia de jejum e fator de risco (GJ+FR e teste oral simplificado de tolerância à glicose (TTG50g. A comparação entre os métodos foi realizada pelos índices de sensibilidade (S, especificidade (E e valores preditivos positivo (VPP e negativo (VPN, resultados falsos, positivos (FP e negativos (FN e pela diferença dos resultados observados e esperados, avaliada pelo teste do Qui-quadrado (pOBJECTIVES: compare two gestational diabetes tests. METHODS: a prospective study in which 356 pregnant women, with no previous diabetes mellitus diagnoses independently submitted to two tests; fasting glycemia and risk factor association (FG+RF and the simplified oral test for glucose tolerance (TTG50g. Methods of comparison were performed by sensitivity (S and (ES specificity indexes, positive predictive values (PPV and negative predictive values (NPV, false results, false positive (FP and false negative (FN and by the difference of the results determined and expected, evaluated through the Chi-Square Test (p<0.05. RESULTS: FG+RF association determined diagnostic confirmation in a larger number of patients (187; 52.5% than TTG50g (49; 13.8%. This difference was significant (p<0.05. The FG+RF association indicated a sensitivity of 83.7% and negative predictive value (NPV of 95.3% as compared to TTG50g. CONCLUSIONS: the high sensitivity rates and NPV from the association of FG+RF as compared to TTG50g and its simplicity, practicality, low cost and easy replication are positive qualities for gestational diabetes testing indication.

  9. Risco, trabalho e masculinidade. Um estudo sobre os trabalhadores do setor elétrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julice Salvagni

    2013-12-01

    Full Text Available Este estudo é parte de uma dissertação de mestrado (2011 que abordou aspectos referentes ao risco de trabalho no setor elétrico. Neste artigo, dá-se ênfase a uma análise sobre as noções de subjetivação da masculinidade que perpassam a realidade de trabalho dos eletricitários e que estão diretamente relacionadas ao entendimento de risco de acidentes. Para além do risco de acidentes físicos, compreende-se que os riscos se constituem na esfera do invisível (fatores sócio-psicológicos. Destacam-se elementos de ordem subjetiva que constituem a relação dos trabalhadores com as noções de tempo, para ser possível abordar a concepção do risco. As falas dos trabalhadores são postas em diálogo com autores como Dejours, Giddens e Bourdieu. O texto traz elementos descritivos que possibilitam elucidar as relações entre trabalho e masculinidade no setor elétrico a ser um inimigo indissociável do risco.

  10. Perfil de risco gestacional e metabólico no serviço de pré-natal de maternidade pública do Nordeste do Brasil Profile of gestational and metabolic risk in the prenatal care service of a public maternity in the Brazilian Northeast

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Menezes Flores Santos

    2012-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a prevalência dos fatores de risco gestacionais e sua associação com desfechos materno-fetais desfavoráveis. MÉTODOS: Estudo longitudinal, descritivo e analítico, levando em conta 204 gestantes atendidas no ambulatório de pré-natal de maternidade pública entre maio de 2007 e dezembro de 2008. Os fatores de risco incluíram aspectos sociodemográficos, antecedentes pessoais, obstétricos e familiares, índice de massa corpórea (IMC pré-gestacional elevado, excesso de ganho de peso gestacional e anemia. Desfechos adversos incluíram pré-eclâmpsia (PE, diabetes mellitus gestacional (DMG, parto cesariano, prematuridade e recém-nascido (RN com peso alterado. RESULTADOS: A média de idade foi 26±6,4 anos, predominando as pardas (59,8%, com segundo grau completo e superior incompleto de escolaridade (51,8%, união estável (67,2% e ocupação remunerada (51,0%. A maioria foi admitida no segundo trimestre (63,7% e 16,7% no primeiro; 42,6% eram primíparas. Hipertensão arterial crônica (2,9%, pré-eclâmpsia (9,8%, excessivo ganho de peso na gestação (15,2% e diabetes mellitus gestacional (1,0% foram relatados em gestações anteriores. Na atual gestação foi encontrado IMC pré-gestacional elevado em 34,6% e ganho excessivo de peso em 45,5%, bem como anemia em 25,3% e dislipidemia em 47,3%. O rastreamento para diabetes mellitus gestacional indicado em 17,5% foi confirmado em 3,4% das mulheres. A proteína urinária elevada em amostra única ocorreu em 16,4%. Resultados materno-fetais adversos incluíram PE (4,5%, DMG (3,4%, prematuridade (4,4% e partos cesarianos (40,1%. RNs grandes para a idade gestacional (GIG somaram 9,8% e pequenos para a idade gestacional (PIG, 13,8%. A análise de regressão de Poisson multivariada identificou IMC pré-gestacional elevado (>25 kg/m² como preditor independente para PE (risco relativo (RR de 17,2 e intervalo de confiança (IC 95% 2,1-137,5 e parto cesariano (RR=1,8; IC95% 1

  11. RELAÇÕES DE GÊNERO NO COMPORTAMENTO DE COMPRA PELA INTERNET: ESTUDO DAS DIMENSÕES DO RISCO PERCEBIDO

    OpenAIRE

    Carvalho, Juliana Del Secchi Dias de; Silva, Wesley Vieira da; Del Corso, Jansen Maia; Tortato, Ubiratã

    2012-01-01

    O risco percebido é considerado como um dos grandes entraves para o crescimento da Internet como canal de compras. A inovação que este artigo propõe para os estudos desta temática é a avaliação do risco percebido nas compras pela Internet sob uma perspectiva de gênero, motivada por estudos precedentes que revelaram uma significativa maior adesão a este comércio por parte dos homens, que seriam também mais propensos a assumir riscos. Para tanto, foi realizado uma estudo quantitativo, com corte...

  12. Cotidiano da gravidez de risco por cardiopatia: estudo fenomenológico das relações assistenciais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaís Vasconselos Amorim

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Desvelar o cotidiano das relações assistenciais do ser-aí-mulher na gravidez de alto risco por doença cardíaca. Métodos: Pesquisa qualitativa fenomenológica. Dezessete participantes foram entrevistadas em instituição referência para risco materno e os significados expressos foram analisados à luz do pensamento de Martin Heidegger. Resultados: As mulheres significaram terem sido cobradas pelos médicos por engravidarem e; saberem que o cardiologista dá o parecer, mas o obstetra é quem vai decidir a via de parto. Conclusão: Evidenciaram-se relações assistenciais pautadas na ótica fisiopatológica de acompanhamento gestacional e invisibilidade da equipe de enfermagem junto à gestante. Se por um lado os resultados apontam a necessidade de transcender para uma relação existencial que considera a mulher como ser-aí dotada de possibilidades, por outro anuncia a importância do cuidado de enfermagem congruente às necessidades de gestantes portadoras de cardiopatia na perspectiva de se fazer percebido e anunciado pelo ser-cuidado.

  13. Estudo dos Fatores de Risco Associados a Arteriopatia Periferica em Nipo-brasileiros de Bauru (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Garofolo

    2014-03-01

    Full Text Available Fundamento: As patologias cardiovasculares são a maior causa de morbimortalidade nos países desenvolvidos e emergentes. Sua principal etiologia, a aterosclerose, é doença disseminada acometendo os territórios coronariano, cerebral e periférico. A doença arterial obstrutiva periférica (DAOP, além de suas consequências per se, sinaliza o acometimento do território coronariano. Portanto, seu melhor conhecimento permite tratamento adequado, retardando complicações locais e à distância, diminuindo o custo para o sistema de saúde. Objetivo: Este estudo estima a porcentagem de DAOP em nipo-brasileiros de Bauru (SP, reconhecidos pela alta prevalência de distúrbios metabólicos, como hipertensão arterial (43%, diabetes melito (33% e hipercolesterolemia (60 %, e analisa a associação com biomarcadores de risco. Métodos: Este estudo transversal populacional avaliou 1.330 nipo-brasileiros de ambos os sexos com idade ≥ 30 anos que foram submetidos a exame físico completo, medidas antropométricas, exames laboratoriais e índice tornozelo-braço (ITB. Participantes com ITB ≤ 0,90 foram diagnosticados como portadores de DAOP. Após aplicação dos critérios de exclusão, 1.038 indivíduos integraram a análise. Empregou-se regressão de Poisson para análise das associações com DAOP. Resultados: A idade média foi 56,8 anos e a porcentagem de DAOP foi 21,1%, igual entre os sexos. DAOP associou-se com tabagismo (RP 2,16 [1,33-3,48] e hipertensão arterial (RP 1,56 [1,12-2,22]. Conclusão: A porcentagem de DAOP nos nipo-brasileiros foi semelhante à de outras populações de perfil cardiometabólico desfavorável (US PARTNERS e POPADAD. A associação independente de DAOP com tabagismo e hipertensão, mas não com outros clássicos fatores de risco, pode depender das frequências muito elevadas dos distúrbios metabólicos nessa população.

  14. Diabetes gestacional na perspectiva de mulheres grávidas hospitalizadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Flávio Moura Araújo

    Full Text Available Estudo qualitativo fenomenológico, que teve como objetivo compreender o significado das experiências vivenciadas por mulheres com diabetes mellitus gestacional. Participaram 12 pacientes internadas em uma maternidade de Fortaleza-CE, Brasil, que manifestaram seus sentimentos e percepções por meio de entrevista aberta e desenhos. O material empírico foi transcrito na íntegra e, posteriormente, organizado e analisado pelo método fenomenológico. Os resultados evidenciaram dois temas: (1 Vivenciando experiências que trazem felicidade e bem-estar e (2 Vivenciando experiências que provocam sofrimento. Este estudo fenomenológico, ao possibilitar apreender a experiência das mulheres com diabetes mellitus gestacional, contribui para o planejamento e a implementação de programas de intervenção baseados em um modelo de saúde participativo, com vistas a priorizar os aspectos subjetivos envolvidos na gravidez de risco.

  15. Diabetes gestacional na perspectiva de mulheres grávidas hospitalizadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Flávio Moura Araújo

    2013-04-01

    Full Text Available Estudo qualitativo fenomenológico, que teve como objetivo compreender o significado das experiências vivenciadas por mulheres com diabetes mellitus gestacional. Participaram 12 pacientes internadas em uma maternidade de Fortaleza-CE, Brasil, que manifestaram seus sentimentos e percepções por meio de entrevista aberta e desenhos. O material empírico foi transcrito na íntegra e, posteriormente, organizado e analisado pelo método fenomenológico. Os resultados evidenciaram dois temas: (1 Vivenciando experiências que trazem felicidade e bem-estar e (2 Vivenciando experiências que provocam sofrimento. Este estudo fenomenológico, ao possibilitar apreender a experiência das mulheres com diabetes mellitus gestacional, contribui para o planejamento e a implementação de programas de intervenção baseados em um modelo de saúde participativo, com vistas a priorizar os aspectos subjetivos envolvidos na gravidez de risco.

  16. AdolescÃncia, Risco e ProteÃÃo: Um Estudo Narrativista-DialÃgico sobre TrajetÃrias de Vida

    OpenAIRE

    LetÃcia Leite Bessa

    2010-01-01

    A presente pesquisa intitulada AdolescÃncia, risco e proteÃÃo: um estudo narrativista-dialÃgico sobre trajetÃrias de vida trata de um estudo interessado nas histÃrias de vida de adolescentes que vivem em situaÃÃes de vulnerabilidade social, a fim de perceber o que suas narrativas revelam sobre risco e como se processa a construÃÃo social dessas significaÃÃes. Para tanto, foram entrevistados, por meio da tÃcnica de entrevista narrativa auto-biogrÃfica, cinco adolescentes, alunos da Escola de D...

  17. Prevalência de Fatores de Risco Cardiovascular em Pacientes em Hemodiálise - O Estudo CORDIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jayme Eduardo Burmeister

    2014-06-01

    Full Text Available Fundamentos: Há uma carência de dados epidemiológicos sobre o perfil de risco cardiovascular nos pacientes renais crônicos em hemodiálise no Brasil. Objetivo: O estudo CORDIAL foi planejado para avaliar fatores de risco cardiovascular e acompanhar a evolução de uma população em programa de hemodiálise numa cidade metropolitana do Brasil. Métodos: Todos os pacientes em hemodiálise por doença renal crônica nos quinze centros de nefrologia de Porto Alegre foram considerados para inclusão na fase inicial do estudo CORDIAL. Dados clínicos, laboratoriais e demográficos foram obtidos nos registros médicos, e em entrevistas individuais estruturadas realizadas com todos os pacientes por pesquisadores treinados. Resultados: Foram incluídos 1215 pacientes (97,3% de todos os que estavam em hemodiálise na cidade de Porto Alegre. A média de idade era 58,3 anos, 59,5% eram homens e 62,8% eram brancos. A prevalência de fatores de risco cardiovascular encontrada foi 87,5% para hipertensão, 84,7% para dislipidemia, 73,1% para sedentarismo, 53,7% para tabagismo e 35,8% para diabetes. Em uma análise multivariada ajustada, sedentarismo (p = 0,032; RP 1,08 - IC95%: 1,01-1,15, dislipidemia (p = 0,019; RP 1,08 - IC95%: 1,01-1,14, e obesidade (p < 0,001; RP 1,96 - IC95%: 1,45-2,63 foram mais frequentes em mulheres; e hipertensão (p = 0,018; PR 1,06 - IC95%: 1,01-1,11 e tabagismo (p = 0,006; RP 2,7 - IC95%: 1,79-4,17 foram mais frequentes naqueles com menos de 65 anos. Sedentarismo apresentou uma associação independente com tempo em diálise inferior a 12 meses (p < 0,001; RP 1,23 - IC95%: 1,14-1,33. Conclusão: Pacientes em hemodiálise nesta metrópole do sul do Brasil apresentaram uma prevalência elevada de fatores de risco cardiovascular similar a diversos países do hemisfério norte.

  18. Indicadores de risco para tentativa de suicídio por envenenamento: um estudo caso-controle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cláudia da Cruz Pires

    2015-09-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Considerando o envenenamento como o método mais utilizado para a tentativa de suicídio e a escassez de evidências nacionais sobre o tema, investigamos alguns possíveis indicadores de risco nesse tipo de tentativa. Métodos Estudo do tipo caso-controle em uma emergência geral de um hospital público, na cidade do Recife com 220 indivíduos, distribuídos em dois grupos de 110 pacientes cada, que estavam em tratamento, sendo o grupo casos os sobreviventes de tentativa de suicídio por envenenamento e os controles, sem história de intoxicação/envenenamento nem tentativa de suicídio, pareados por gênero e idade. Resultados O gênero feminino predominou na amostra (70,9%, com idade média de 29 anos; 73% declararam etnia branca ou morena; menos da metade vivia em convívio marital; a maioria tinha religião; ambos tinham poucos anos de estudo. Houve diferença significativa (p = 0,003 para dependência financeira entre os grupos, com chance 2,25 vezes maior para tentar suicídio entre os casos. Ter sofrido fatos traumáticos e abuso sexual na infância revelou diferença significativa. Conclusões Foram considerados indicadores de risco no grupo caso: estar em dependência financeira de terceiros, ter sofrido abuso sexual na infância, ideação suicida, histórico de transtorno mental na família, possuir algum transtorno mental e, principalmente, comorbidade(s psiquiátrica(s. No modelo de regressão, foi possível estimar uma chance de tentativa de suicídio por envenenamento de até 94,0% na presença conjunta de quatro fatores. A pesquisa representa uma das primeiras iniciativas para ampliação das discussões sobre os fatores de risco para tentativa de suicídio em âmbito nacional.

  19. Educação e prevenção de risco ocupacional: estudo com discentes do curso de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Grasiela Teixeira Barroso

    Full Text Available Faz-se um estudo com discentes de enfermagem sobre risco ocupacional, investigando medidas de bio-segurança. Envolveu uma amostra de 30 alunos que haviam cursado as disciplinas básicas, entendendo com isso possuírem os pré-requisitos: conhecimentos, técnicas e procedimentos necessáriosà prevenção da infecção pelo HIV. Foi aplicada entrevista semi-estruturada, obedecendo às normas éticas, versando sobre risco e redução de risco ocupacional, vulnerabilida de, educação e prevenção. Analisando as falas, percebese que os discentes receberam informações, procuraram se informar, portanto tiveram um conhecimento a nível cognitivo, mas não interiorizaram o conhecimento, não houve uma ação conscientizadora que gerasse um comportamento seguro. Ao se tratar do risco de contrair a AIDS, não procuram ter um posicionamento político perante as Instituições para questionarem o risco ocupacional a que possam estar expostos, tanto por falta de uma orientação mais conscientizadora dos riscos oriundos do ensino das práticas, como por não proverem, as Instituições, de meios de proteção.

  20. Gerenciamento de riscos de incêndios ativados por eletricidade em sítios históricos: estudo de casos em Ouro Preto-MG.

    OpenAIRE

    Silva, Gustavo Antonio da

    2011-01-01

    O presente trabalho descreve uma proposta de métodode avaliação do risco de incêndio deflagrado por eletricidade em sítios históricos. O método proposto baseia-se em um princípio de balanceamento de medidas de segurança baseado no Método de Gretener, com o estudo de caso em Ouro Preto-MG, apresentandosoluções para o gerenciamento do risco de incêndio, com a utilização da inspeção visual e termográfica _____________________________________________________________________________...

  1. Associação entre o estado nutricional pré-gestacional e a predição do risco de intercorrências gestacionais Association between pre-gestational nutritional status and prediction of the risk of adverse pregnancy outcome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia de Carvalho Padilha

    2007-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a associação entre o estado nutricional pré-gestacional materno e os desfechos maternos - síndromes hipertensivas da gravidez, diabetes gestacional, deficiência de vitamina A e anemia - e do concepto - baixo peso ao nascer. MÉTODOS: estudo transversal, com 433 puérperas adultas (>20 anos, atendidas na Maternidade Escola da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ e seus respectivos recém-nascidos. As informações foram coletadas em consulta a prontuários e entrevistas. O estado nutricional pré-gestacional materno foi definido por meio do índice de massa corporal pré-gestacional, segundo os pontos de corte para mulheres adultas da World Health Organization (WHO, em 1995. Estimou-se a associação entre os desfechos gestacionais e o estado nutricional pré-gestacional, por meio da odds ratio (OR e intervalo de confiança (IC de 95%. RESULTADOS: a freqüência de desvio ponderal pré-gestacional (baixo peso, sobrepeso e obesidade foi de 31,6%. Considerando-se o estado nutricional pré-gestacional, aquelas com sobrepeso e obesidade apresentaram menor ganho ponderal do que as eutróficas e as com baixo peso (pPURPOSE: to analyze the association between maternal pre-gestational nutritional status and maternal outcomes - hypertensive disorders of pregnancy, gestational diabetes, vitamin A deficiency, and anemia - and the newborn outcome - low birth weight. METHODS: cross-sectional study, with 433 adult puerperal women (> 20 years old and their newborns, attending the Maternidade Escola of Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ. Data was collected through interviews and access to their medical records. Maternal pre-gestational nutritional status was established through pre-gestational body mass index according to the cut-offs for adult women defined by the World Health Organization (WHO, in 1995. The association between gestational outcomes and pre-gestational nutritional status was estimated through odds ratio

  2. Reprodutibilidade de informações em estudo de fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gimeno Suely Godoy Agostinho

    1997-01-01

    Full Text Available Examina-se, em uma subamostra de 38 casos e 38 controles de um estudo sobre os fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente, a reprodutibilidade de informações obtidas para as variáveis escolaridade da mãe e do pai, peso e comprimento da criança ao nascer, história de episódios graves de diarréia, tempo de aleitamento ao seio e idade da introdução de leite de vaca na alimentação infantil, selecionadas a partir do questionário padronizado utilizado em visita domiciliar. A repetição das perguntas foi feita por telefone. A concordância entre as respostas da primeira e segunda entrevista foi verificada mediante a utilização da estatística kappa (variáveis categóricas e do coeficiente de correlação intraclasse (variáveis quantitativas, para casos e controles separadamente. Os resultados levam a aceitar as informações como reprodutíveis.

  3. Reprodutibilidade de informações em estudo de fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suely Godoy Agostinho Gimeno

    1997-10-01

    Full Text Available Examina-se, em uma subamostra de 38 casos e 38 controles de um estudo sobre os fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente, a reprodutibilidade de informações obtidas para as variáveis escolaridade da mãe e do pai, peso e comprimento da criança ao nascer, história de episódios graves de diarréia, tempo de aleitamento ao seio e idade da introdução de leite de vaca na alimentação infantil, selecionadas a partir do questionário padronizado utilizado em visita domiciliar. A repetição das perguntas foi feita por telefone. A concordância entre as respostas da primeira e segunda entrevista foi verificada mediante a utilização da estatística kappa (variáveis categóricas e do coeficiente de correlação intraclasse (variáveis quantitativas, para casos e controles separadamente. Os resultados levam a aceitar as informações como reprodutíveis.

  4. Estudo prospectivo dos fatores de risco para complicações neurológicas na meningite bacteriana infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sadie Namani

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Análise prospectiva de fatores de prognóstico para complicações neurológicas da meningite bacteriana infantil. MÉTODOS: Este estudo prospectivo recrutou 77 crianças de um mês a 16 anos de idade tratadas de meningite bacteriana durante o período de 1/1/2009 a 31/12/2010. Foram escolhidos 16 preditores relevantes para analisar sua associação com a incidência de complicações neurológicas. Valores P abaixo de 0,05 foram considerados estatisticamente significativos. RESULTADOS: Das 77 crianças tratadas para meningite bacteriana, desenvolveram-se complicações neurológicas em 33 pacientes (43%, e duas crianças morreram (2,6%. A etiologia dos casos de meningite bacteriana foi comprovada em 57/77 (74% dos casos: foram encontrados 32 isolados de meningococos; 8 de pneumococos; 6 de bacilos gram-negativos; 5 de H. influenzae; 5 de estafilococos e 1 de S. viridans. Os fatores que se mostraram associados a aumento do risco de desenvolvimento de complicações neurológicas foram idade 5.000 células/mm³, pleiocitose > 5.000 células/mm³ depois de 48 horas, baixa relação da glicose no LCS/sangue 48 horas, presença de comorbidade e foco primário de infecção não se associaram a aumento do risco para o desenvolvimento de complicações neurológicas. CONCLUSÃO: Idade inferior a 12 meses e gravidade da apresentação clínica na admissão foram identificadas como os preditores mais fortes de complicações neurológicas e podem ter valor para selecionar pacientes para tratamento mais intensivo.

  5. Gestão de riscos em cadeias de suprimentos: estudo exploratório sobre a experiência brasileira

    OpenAIRE

    Marina Guimaraes Mattos

    2011-01-01

    Aliando-se às pesquisas mais recentes na área de análise de riscos, esta dissertação propõe um estudo do cenário brasileiro de atitudes e comportamentos sobre a gestão de riscos em cadeias de suprimentos. Enquanto a globalização dessas cadeias e das suas operações geram o aumento da distância média de transporte e a maior dependência de parceiros na rede de suprimentos, as empresas buscam a resiliência ao mesmo tempo em que reduzem os estoques e gerenciam conflitos regionais. Este trabalho co...

  6. Estudo transversal sobre o uso de risco de álcool em uma amostra de estudantes de uma universidade federal brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Érika Correia Silva

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo Avaliar o padrão de consumo de álcool entre estudantes de uma universidade federal brasileira que faz parte do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI e identificar os grupos mais expostos a problemas relacionados ao uso de álcool e fatores associados. Métodos Caracteriza-se como um estudo descritivo, quantitativo e de delineamento transversal no qual se aplicou um questionário de caracterização sociodemográfica e o The Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT em 787 estudantes universitários de uma universidade federal brasileira. Resultados Entre os estudantes, 82,9% se enquadraram no grupo que faz consumo de baixo risco e 17,1%, no grupo que faz um consumo de risco. A análise de correspondência detectou que os estudantes do gênero masculino, os que não possuíam religião, que praticavam atividade física esporadicamente e que residiam em repúblicas se caracterizaram como pertencentes ao grupo de risco em relação ao consumo de álcool. Conclusões Os resultados indicam predominância de consumo de álcool de baixo risco entre os estudantes e sugerem uma relação entre consumo de álcool de maior risco e gênero masculino, não possuir religião, praticar atividade física esporadicamente e residir em repúblicas. Essas informações devem ser consideradas em programas preventivos no ambiente universitário.

  7. Risco de suicídio em gestantes de alto risco: um estudo exploratório Risk of suicide in high risk pregnancy: an exploratory study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gláucia Rosana Guerra Benute

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar o risco para comportamento suicida em gestantes de alto risco em um hospital público de São Paulo. MÉTODOS: Foi realizada entrevista semiestruturada com questionário previamente elaborado com cada uma das participantes (n = 268. O risco para suicídio foi identificado por meio da versão em português do PRIME-MD. RESULTADOS: A média de idade foi de 29 anos (SD = 0,507 e 30 semanas gestacionais (SD = 0,556. Constatou-se risco específico para suicídio em 5% (n = 14 do total da amostra. Destas gestantes, 85% têm relacionamento estável (casada ou amasiada, em 50% dos casos a gestação foi planejada, 71% têm religião e não exercem atividade profissional. Quando correlacionados os dados de estado civil, planejamento da gestação, idade, escolaridade, atividade profissional, risco de prematuridade e religião com risco para suicídio, constatou-se que ter uma religião apresentou significância estatística (p = 0,012. Não foram encontradas associações positivas para nenhum dos outros itens selecionados, quando comparados com o risco para suicídio. Ao correlacionar o risco de suicídio com os demais sintomas característicos de depressão maior, observou-se significância estatística em relação à insônia ou hipersonia (p = 0,003, fadiga ou perda de energia (p = 0,001, diminuição ou aumento do apetite (p = 0,005, menor interesse nas atividades diárias (p = 0,000, humor deprimido (p = 0,000, sentimento de inutilidade ou culpa (p = 0,000, diminuição da concentração (p = 0,002, agitação ou retardo psicomotor (p = 0,002. CONCLUSÃO: Observou-se que a religião pode ser um fator protetor com relação ao comportamento suicida. Além de propiciar uma rede social de apoio da qual as mulheres necessitam no período gravídico, as religiões apoiam as crenças na vida após a morte e em um Deus amoroso, propiciando objetivos a vida e autoestima e fornecendo modelos de enfrentamento de crises. Os resultados

  8. RISCO À INUNDAÇÃO NO MÉDIO CURSO DO RIO URUGUAI: ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO DE SÃO BORJA - RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eléia Righi

    2013-08-01

    Full Text Available Diante de tantos prejuízos oriundos das inundações,  observam-se poucos trabalhos visando à espacialização e a análise desses eventos no Brasil e no Rio Grande do Sul. Neste sentido, esse trabalho tem por objetivo realizar o Zoneamento de Risco à Inundação no município de São Borja, localizado na margem esquerda do rio Uruguai no Estado do Rio Grande do Sul. A metodologia foi estruturada em duas etapas de trabalho:  a primeira consta no levantamento de dados (bibliográfico, técnico e cartográfico e na segunda foram gerados os documentos tais como tabelas, gráficos e mapas temáticos. Assim, foram levantadas as ocorrências de inundações no município, verificando as situações de emergência e calamidade pública entre 1980 a 2009. Posteriormente foi determinada a suscetibilidade, o perigo dividido em três graus (alto < 10 anos de tempo de retorno (TR, médio entre 10 e 30 TR e baixo > 30 anos de TR, a vulnerabilidade através do cruzamento das características de infraestruturas e número médio de habitantes por residências, e, o risco a partir da analise integrada dos graus de perigo e classes de vulnerabilidade. Em relação à quantidade de eventos, verificou-se 38 registros de inundações. As áreas suscetíveis correspondem a 11% da área urbana. Em relação ao perigo, nas três faixas (alto, médio e baixo foi verificado um número significativo de edificações. Na análise da vulnerabilidade, foram encontradas construções com usos residenciais, comerciais e industriais, com padrão estrutural alto, médio e baixo. O mapa de risco de inundação foi elaborado caracterizando três níveis: zona de alto risco, médio risco e baixo risco. Assim, com essas análises, pretendemos contribuir com uma fonte teórico-metodológica como também com um trabalho técnico para o município, pois serve de base para estudos de maior detalhe que desenvolvam um cadastramento do risco, indicando ações para cada caso.  

  9. Estudo sobre riscos ocupacionais, biológicos e químicos, em laboratórios de uma universidade pública brasileira, 2012-2013

    OpenAIRE

    Monica Maria Campolina Teixeira Stehling

    2013-01-01

    Estudo observacional, transversal, analítico e qualiquantitativo. A comunidade pesquisada foi composta por pesquisadores, professores, graduandos, pós-graduandos, estagiários e funcionários. Na primeira etapa da tese objetivou-se verificar fatores associados à ocorrência de acidentes, através de levantamento de dados sobre riscos ocupacionais,biológicos e químicos, com questionamentos sobre Equipamentos de Proteção Individual, Manuais de Biossegurança, Protocolos de Atendimento ao Acidentado ...

  10. Estudo vídeo-polissonográfico em recém-nascidos de termo pequenos para a idade gestacional Video-polygraphic-EEG study in the full-term newborn with low birthweight for their gestational age

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    NIURA A.M R. PADULA

    1999-09-01

    Full Text Available Analisamos o exame video-polissonográfico de 26 recém-nascidos de termo (RNT com 24 horas de vida. Os RN tinham exame neurológico e ultrassonográfico cerebral normais e apresentaram período perinatal isento de complicações. Foram subdivididos em dois grupos, um controle constituído de 11 RNT com peso adequado para a idade gestacional; e um grupo de 15 RN com peso abaixo do esperado para o termo (RNT-PIG. Do segundo grupo, 13 RN apresentaram algum tipo de alteração ao exame video-polissonográfico. As alterações mais frequentes foram na arquitetura do sono, 11 casos, e no comportamento, em que oito RN apresentaram número excessivo de sobressaltos ("startle" em relação ao grupo controle e dois RN uma atividade motora reduzida. Os resultados deste estudo demonstram a utilidade da video-polissonografia quando aplicada a RNT-PIG. O exame mostrou-se sensível em detectar diferenças no comportamento, arquitetura do sono e padrão eletrencefalográfico dos RNT-PIG quando comparados ao grupo controle.Video-polygraphic-EEG studies were performed in the first 24 life-hours of 26 healthy full-term newborns without perinatal injuries. The neurological examination and cranial ultrasonography were normal. The newborns were divided into two groups: one, with full-term appropriate - birth weight 11 newborns (control group and the other with full-term low-birth weight 15 newborns. Thirteen newborns of the second group had video-polygraphic-EEG study abnormalities. The most frequent abnormalities were found in 11 cases, as far as sleep architecture is concerned. Also, when compared with the control group, 8 cases of an excessive amount of startles and 2 cases of low behavior activities were found. The results demonstrate the usefulness of video-polygraphic-EEG study in the full-term newborns with intra-uterine growth retard. This examination was sensitive to detect behavior, sleep architecture and EEG standard differences in the low birth

  11. Protocolos de actuação no controlo do risco associado à infecção cruzada em medicina dentária - um estudo observacional

    OpenAIRE

    Marques, Inês Afonso Mendonça

    2013-01-01

    Introdução: Diversos estudos comprovam a existência de um potencial risco de infecção cruzada na prática da Medicina Dentária, uma vez que inúmeras infecções podem ser transmitidas através do contacto directo ou indirecto com sangue e/ou saliva, de salpicos, de aerossóis e de instrumentos ou equipamentos contaminados. (1) Objectivos: Os principais objectivos deste estudo visaram alargar o conhecimento na área da prevenção da infecção cruzada em Medicina Dentária e avaliar o nível de intere...

  12. Disfunção sexual: Avaliação de mulheres durante o terceiro trimestre gestacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Eliza Rios de Araújo Mathias

    2015-08-01

    Full Text Available Introdução: Disfunção sexual (DS é caracterizada pela falta, excesso, desconforto e/ou dor no desenvolvimento do ciclo da resposta sexual, se manifestando de forma persistente ou recorrente. Objetivo: Determinar a prevalência das disfunções sexuais femininas em gestantes de baixo risco no terceiro trimestre e verificar sua associação com fatores de risco. Métodos: É um estudo transversal composto por 102 gestantes de baixo risco durante o terceiro trimestre gestacional e com vida sexual ativa, que estiveram em acompanhamento nos postos de saúde das cidades de Petrolina (PE e Juazeiro (BA entre setembro de 2013 e março de 2014. Para isso, utilizou-se uma ficha de dados pessoais, com características sociodemográficas e clínicas e o questionário Female Sexual Function Index (FSFI. Foram calculadas prevalências e possíveis associações por meio do teste do χ2. Em todas as análises foi adotado o nível de significância de p˂0,05. Intervalos de confiança (IC95%, quando determinados, foram exatos. Resultados: Do total da amostra, 45,1% apresentaram disfunção sexual com taxa média de função sexual feminina de 26,15. Os menores escores de domínios foram em desejo e excitação. Ocorreu ainda associação de disfunção sexual com paridade. Conclusão: O presente estudo evidenciou uma taxa moderada de mulheres com disfunção sexual no terceiro trimestre gestacional, mostrando uma diminuição significativa em todos os domínios do FSFI. Além disso, constatou-se diferença estatisticamente significativa na associação de disfunção sexual com a variável paridade. Contudo, não foi encontrada diferença significativa na disfunção sexual com a variável idade, índice de massa corpórea, escolaridade e renda familiar.

  13. Terapia nutricional no diabetes gestacional

    OpenAIRE

    Padilha,Patricia de Carvalho; Sena,Ana Beatriz; Nogueira,Jamile Lima; Araújo,Roberta Pimenta da Silva; Alves,Priscila Dutra; Accioly,Elizabeth; Saunders,Cláudia

    2010-01-01

    Trata-se de uma revisão da literatura científica sobre a terapia nutricional no Diabetes Mellitus Gestacional, sem restrição de data e com fontes primárias indexadas nas bases de dados SciELO, PubMed, Medline. Os resultados desta revisão apontam a intervenção nutricional como uma importante aliada no controle do Diabetes Mellitus Gestacional, trazendo potenciais benefícios à saúde materno-fetal. Na avaliação do estado nutricional materno devem ser empregados os indicadores antropométricos, di...

  14. Distribuição por gênero de ácido úrico sérico e fatores de risco cardiovascular: estudo populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Lamego Rodrigues

    2012-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Não há dados relativos à epidemiologia da hiperuricemia em estudos brasileiros de base populacional. OBJETIVO: Investigar a distribuição de ácido úrico sérico e sua relação com variáveis demográficas e cardiovasculares. MÉTODOS: Estudamos 1.346 indivíduos. A hiperuricemia foi definida como > 6,8 e > 5,4 mg/dL para homens e mulheres, respectivamente. A síndrome metabólica (SM foi definida utilizando-se os critérios NCEP ATP III. RESULTADOS: A prevalência de hiperuricemia foi de 13,2%. A associação de ácido úrico sérico (AUS com fatores de risco cardiovasculares foi específica para o gênero: em mulheres, maiores níveis de AUS estiveram associados com IMC elevado, mesmo após ajustes da pressão arterial sistólica para idade (PAS. Em homens, a relação do AUS com o colesterol HDL esteve mediada pelo IMC, enquanto em mulheres, o AUS mostrou-se semelhante e dependente do IMC, independentemente dos níveis glicose e presença de hipertensão. Nos homens, os triglicerídeos, a circunferência abdominal (CA e a PAS explicaram 11%, 4% e 1% da variabilidade do AUS, respectivamente. Nas mulheres, a circunferência abdominal e os triglicerídeos explicaram 9% e 1% da variabilidade de AUS, respectivamente. Em comparação com o primeiro quartil, homens e mulheres no quarto quartil apresentavam 3,29 e 4,18 vezes mais de aumento de risco de SM, respectivamente. As mulheres apresentaram uma prevalência quase três vezes maior de diabetes melito. Homens normotensos com MS apresentaram maiores níveis de AUS, independente do IMC. CONCLUSÃO: Nossos resultados parecem justificar a necessidade de uma avaliação baseada no gênero em relação à associação do AUS com fatores de risco cardiovasculares, que se mostraram mais acentuados em mulheres. A SM esteve positivamente associada com AUS elevado, independentemente do gênero. A obesidade abdominal e a hipertrigliceridemia foram os principais fatores associados com a

  15. Riscos ocupacionais para o câncer de laringe: um estudo caso-controle Occupational risks for laryngeal cancer: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Guerra Sartor

    2007-06-01

    Full Text Available O tabagismo e o consumo de álcool são os fatores de risco mais bem estabelecidos para o câncer de laringe. Com relação aos fatores ocupacionais, o único carcinógeno estabelecido é a exposição a névoas de ácidos inorgânicos fortes. Entretanto, asbesto, pesticidas, tintas, gases de combustão de gasolina e diesel e poeiras, entre outros, aparecem na literatura como agentes ocupacionais que aumentam o risco de câncer de laringe. Um estudo caso-controle de base hospitalar foi conduzido para investigar fatores de risco ocupacionais para câncer de laringe. Foram coletadas informações detalhadas sobre tabagismo, consumo de álcool e história ocupacional de 122 casos de câncer de laringe e 187 controles pareados por freqüência (segundo sexo e idade. Encontrou-se risco aumentado de câncer de laringe nos indivíduos com exposição à sílica cristalina livre respirável (OR = 1,83; IC95%: 1,00-3,36, à fuligem (de carvão mineral, coque, madeira, óleo combustível (OR = 1,78; IC95%: 1,03-3,03, a fumos em geral (OR = 2,55; IC95%: 1,14-5,67 e a animais vivos (OR = 1,80; IC95%: 1,02-3,19.The most solidly established risk factors for laryngeal cancer are tobacco and alcohol. As for occupational factors, the only established carcinogen is exposure to strong inorganic acid mists. However, asbestos, pesticides, paints, gasoline, diesel engine emissions, dusts, and other factors have been reported in the literature as occupational agents that increase the risk of laryngeal cancer. A hospital-based case-control study was conducted to investigate occupational risk factors for laryngeal cancer. Detailed data on smoking, alcohol consumption, and occupational history were collected for 122 laryngeal cancers and 187 controls matched by frequency (according to sex and age. Laryngeal cancer was associated with exposure to respirable free crystalline silica (OR = 1.83; 95%CI: 1.00-3.36, soot (from coal, coke, fuel oil, or wood (odds ratio - OR = 1

  16. Estudo Comparativo dos Resultados Maternos e Perinatais entre Pacientes com Diabetes Pré-gestacional Tipo I e Tipo II Comparative Study of Maternal and Perinatal Outcomes among Patients with Pregestational Type I and Type II Diabetes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Micheline Monte de Carvalho

    2000-06-01

    Full Text Available Objetivos: avaliar a evolução da gestação, controle metabólico e resultados perinatais de pacientes diabéticas pré-gestacionais e fazer um estudo comparativo entre os resultados de pacientes com diabetes insulino-dependente e não-insulino-dependente. Métodos: análise retrospectiva de prontuários de 57 pacientes com diagnóstico de diabetes pré-gestacional que iniciaram pré-natal no Serviço de Medicina Materno-Fetal da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand da Universidade Federal do Ceará, no período de janeiro 1995 a dezembro de 1998. As 57 grávidas incluídas no estudo foram divididas em dois grupos: grupo I, composto de 28 pacientes portadoras de diabetes insulino-dependente (tipo I, e grupo II, com 29 gestantes com diabetes não-insulino-dependente (tipo II controladas com dieta ou com hipoglicemiante oral antes da gestação. Resultados: não houve diferença estatisticamente significante entre os dois grupos em relação à necessidade de internamento para controle glicêmico (39,2% x 27,5% e complicações maternas, tais como: hipertensão arterial crônica (14,2% x 27,5%, doença hipertensiva específica da gravidez (14,2% x 17,2%, amniorrexe prematura (3,5% x 10,3%, infecção do trato urinário (10,7% x 6,8% e trabalho de parto prematuro (3,5% x 6,8%. Foi observado, porém, maior número de episódios de hipoglicemia materna entre as pacientes insulino-dependentes (35,7% x 3,4%. Os resultados perinatais foram semelhantes. Observamos elevados índices de malformações e morbimortalidade perinatal. Conclusão: não houve diferença na incidência de intercorrências clínicas e obstétricas entre as pacientes insulino-dependentes e não-insulino-dependentes, excluindo-se hipoglicemia materna.Purpose: to evaluate the evolution of gestation, metabolic control and perinatal outcome of pregestational diabetic patients and to perform a comparative study of the results of patients with insulin-dependent diabetes (type I and

  17. Estudo do perfil hemodinâmico da artéria oftálmica em gestantes com diabetes mellitus gestacional Study of ophthalmic artery hemodynamic pattern in pregnant women with gestational diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gizeli de Fátima Ribeiro dos Anjos

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar os padrões hemodinâmicos da artéria oftálmica, por meio da doplervelocimetria, em portadoras de diabetes mellitus gestacional (DMG, e comparar os achados com os obtidos em gestantes normais. MÉTODOS: Estudo prospectivo caso-controle que analisou os índices doplervelocimétricos das artérias oftálmicas. Foram constituídos dois grupos: um com 40 gestantes com diagnóstico de DMG e o outro por 40 gestantes normais. Foram incluídas gestantes com DMG segundo critérios da American Diabetes Association - 2012, com gravidez de 27 semanas até o termo, e excluídas gestantes hipertensas, em uso de drogas vasoativas ou com diagnóstico prévio de diabetes. O estudo foi realizado em um olho com transdutor linear de 10 MHz Sonoace 8000 Live Medison ®. As variáveis analisadas foram: índice de pulsatilidade (IP, índice de resistência (IR, razão entre picos de velocidade (RPV, pico de velocidade sistólica (PVS e velocidade diastólica final (VDF. Para análise de normalidade das amostras foi empregado o teste de Lillefors, e os testes t de Student e Mann-Whitney, para comparação entre as médias e medianas conforme normalidade dos dados, e adotado nível de significância de 95%. RESULTADOS: As medianas e médias com desvio padrão das variáveis doplervelocimétricas da artéria oftálmica dos grupos de DMG e gestantes normais foram, respectivamente: IP=1,7±0,6 e 1,6±0,4 (p=0,7; IR=0,7 e 0,7 (p=0,9; RPV=0,5±0,1 e 0,5±0,1 (p=0,1; PVS=33,6 e 31,9 cm/seg (p=0,7; VDF=6,3 e 7,9 cm/seg (p=0,4. Não houve diferença significante entre as médias e medianas das variáveis analisadas entre os dois grupos de gestantes. CONCLUSÕES: Os padrões hemodinâmicos das artérias oftálmicas permaneceram inalterados no grupo de gestantes com DMG em relação ao grupo de gestantes normais, sugerindo que o tempo de exposição à doença durante a gestação é curto para causar vasculopatias importantes no território materno central

  18. Prescrição de terapias baseadas em evidências para pacientes de alto risco cardiovascular: estudo REACT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Otávio Berwanger

    2013-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Dados de atendimento ambulatorial ao paciente de alto risco cardiovascular no Brasil são insuficientes. OBJETIVO: Descrever o perfil e documentar a prática clínica do atendimento ambulatorial de pacientes de alto risco cardiovascular no Brasil, no que diz respeito à prescrição de terapias baseadas em evidências. MÉTODOS: Registro prospectivo que documentou a prática clínica ambulatorial de indivíduos de alto risco cardiovascular, que foi definido como a presença de um dos seguintes fatores: doença arterial coronariana, cerebrovascular e vascular periférica; diabetes; ou aqueles com pelo menos três dos seguintes fatores: hipertensão arterial, tabagismo, dislipidemia, maiores 70 anos, histórico familiar de doença arterial coronariana, nefropatia crônica ou doença carotídea assintomática. Foram avaliadas características basais e a taxa de prescrição das intervenções medicamentosas e não medicamentosas. RESULTADOS: Foram incluídos 2.364 pacientes consecutivos, sendo 52,2% do gênero masculino, idade média de 66,0 anos (± 10,1. Dentre os pacientes incluídos, 78,3% utilizavam antiplaquetários, 77,0% estatinas e, dos pacientes com história de infarto do miocárdio, 58,0% receberam betabloqueadores. O uso concomitante destas três classes foi de 34%. Não atingiram as metas preconizadas pelas diretrizes 50,9% dos hipertensos, 67% dos diabéticos e 25,7% dos dislipidêmicos. Os principais preditores de prescrição de terapias com benefício comprovado foram centro com cardiologista e histórico de doença arterial coronariana. CONCLUSÃO: Este registro nacional e representativo identificou hiatos importantes na incorporação de terapias com benefício comprovado, oferecendo um panorama real dos pacientes de alto risco cardiovascular.

  19. Estudo dos fatores de risco nutricionais, clínicos, bioquímicos e comportamentais para as doenças cardiovasculares na população do ensino fundamental de Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil,2006

    OpenAIRE

    Cândido, Ana Paula Carlos

    2009-01-01

    As doenças cardiovasculares (DCV) representam a principal causa de morbidade e mortalidade. Os fatores de risco cardiovasculares, tais como, hipertensão arterial, a obesidade, a dislipidemia, o sedentarismo e o diabetes mellitus iniciam-se já na infância. O objetivo principal do projeto foi identificar precocemente os riscos cardiovasculares na população estudada e estabelecer pontos de corte de medidas antropométricas que auxiliem a triagem nutricional. Estudo epidemiológico transversal de b...

  20. Fatores de risco para óbitos neonatais no Recife: um estudo caso-controle Risk factors for neonatal death in Recife: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvia W. Sarinho

    2001-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: a mortalidade neonatal é o componente mais importante da mortalidade infantil na cidade do Recife. Este estudo teve como objetivo determinar os principais fatores de risco para morte neonatal no município do Recife em 1995. MÉTODOS: o desenho do estudo foi do tipo caso-controle. Realizou-se a validação dos bancos de dados do Sistema de Informação em Mortalidade e Sistema de Informação Nascido Vivo, para mães residentes no Recife, no ano de 1995. Obteve-se, após técnica do linkage entre os dois bancos de dados, amostra com 456 casos e 2.280 controles. Como medida de risco utilizou-se Odds Ratio, com intervalo de confiança de 95% e para a diferença de proporção, o teste qui quadrado. Utilizou-se na análise multivariada a técnica da regressão logística. RESULTADOS: verificou-se que 358 (79,7% das crianças que evoluíram para óbito foram de baixo peso ao nascer, com risco de morte 46 vezes superior (IC=33,8-59,0 P 2.500g. Por ordem decrescente de valores da medida de associação de morte neonatal com as variáveis estudadas através da análise multivariada, os principais fatores de risco foram peso ao nascer OBJECTIVE: Neonatal mortality is the main cause of infant mortality in the city of Recife. The objective of the present study was to determine the major risk factors for neonatal death in Recife in 1995. METHODS: This is a case control study. Information was obtained from the mortality and live birth databases after validation of the data set, between January and December 1995. A sample of 456 cases and 2,280 controls was obtained after using the linkage technique between the two data sets. The difference in proportion was analyzed by the chi square test. The odds ratio was calculated as a risk measure, with a 95% confidence interval. The logistic regression technique was used to adjust potential confounding factors. RESULTS: 212 deaths (46.6% occurred in the first 24 hours of life. We found that 358 (79.7% of

  1. Influência da altura e ganho de peso maternos e de idade gestacional sobre o peso do recém-nascido: estudo de 3 grupos de gestantes normais The influence of maternal height and weight gain and gestational age on the newborn's weight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arnaldo Augusto Franco de Siqueira

    1975-09-01

    Full Text Available Foi estudada em 1.354 gestantes normais, a influência da altura e ganho de peso maternos e da idade gestacional sobre o peso do recém-nascido. Verificou-se que as gestantes que deixaram de ganhar peso em controles mensais e as que tinham 1,49 m ou menos de altura apresentaram maior risco de terem recém-nascido de baixo peso. O maior aumento de peso fetal ocorre entre a 36ª e 40ª semanas de gravidez. Foi construída uma curva ponderal para gestantes normais, que possibilita a identificação de gestantes desnutridas ou obesas. Foi testada a curva de crescimento intrauterino de Tanner e Thomson, verificando-se sua aplicabilidade em nosso meio.The influence of maternal height and maternal weight gain and gestational age on the newborn's weight was studied in 1.354 pregnant women. The pregnant women who stopped gaining weight in monthly follow-ups and those whose height was 1.49 m or under presented a greater probability of having low weight babies at birth. The largest foetal weight gain was between the 36th and 40th week of pregnancy. A normal weight curve that permits the identification of undernourished and overweight preganant women was built The Tanner and Thomsen intrauterine growth diagramme and its applicability among our population was pointed out.

  2. Fatores de risco para morte por pneumonia em menores de um ano em uma região metropolitana do sudeste do Brasil: um estudo tipo caso-controle Risk factors for death by pneumonia among children under one year of age in a metropolitan area of Southeastern Brazil: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Maria Leal Niobey

    1992-08-01

    Full Text Available Através de um estudo tipo caso-controle, foi comparada uma amostra de óbitos pós-neonatais por pneumonia ocorridos na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, Brasil (1986-1987 e controles sadios, moradores na vizinhança. Os fatores de risco investigados foram variáveis relacionadas à história gestacional da mãe e ao nascimento da criança, às condições sociais da família e à utilização de serviços de saúde. Na primeira etapa de análise, através de um modelo de regressão logística univariada, foram estimados os coeficientes de cada variável independente, o risco relativo e seus limites de confiança. O peso ao nascer e a idade do desmame mostraram-se das mais fortemente associadas com a variável dependente. Na segunda etapa, foi feito o ajuste pelo modelo de regressão logística múltipla e somente 4 variáveis permaneceram estatisticamente associadas com a mortalidade: idade do desmame, peso ao nascer, número de moradores da casa e aplicação da vacina BCG. Conclui-se que a mortalidade por pneumonia em menores de um ano está fortemente associada às condições sociais da família, em particular da mãe.In a case-control study, a sample of post-neonatal deaths from pneumonia occurring in the Metropolitan Area of Rio de Janeiro, Brazil (1986-1987 were compared with healthy controls who lived in the same neighborhood. Risk factors investigated were variables related to the mother's pregnancy history and the child's birth, to the family's social condition and to the use of health services. Using the univariate logistic regression model, the coefficients of each independent variable, the relative risk and its confidence limits were first estimated. Birth weight and age of weaning were strongly associated with the dependent variable. After adjustment by means of the multiple logistic regression model, only 4 variables remained statistically associated with mortality: age of weaning, birth weight, over crowding, and BCG

  3. Estudo de Urbanização em Áreas de Risco a Escorregamentos nos Loteamentos do Recreio São Jorge e Novo Recreio, Região do Cabuçu, Guarulhos (SP, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Emi Sato

    2011-10-01

    Full Text Available Este artigo, desenvolvido a partir de dissertação de mestrado em Análise Geoambiental da Universidade Guarulhos, apresenta um estudo de urbanização em áreas de risco a escorregamentos dos loteamentos do Recreio São Jorge e Novo Recreio, localizados no município de Guarulhos, São Paulo, Brasil. O estudo adotou a microbacia Taquara do Reino como unidade de planejamento urbano e considerou a carta de zoneamento de risco e suscetibilidade a escorregamentos, assim como a cartografia de restrições legais ao uso do solo. O resultado obtido foi a elaboração de uma alternativa de urbanização como ensaio prático de aplicação dos critérios estudados, considerando a necessidade de melhorar-se as condições ambientais do uso do solo nessa microbacia.

  4. GEOTECNOLOGIAS APLICADAS AO ESTUDO DE FORMAÇÃO E DE RISCO AMBIENTAL DAS FAVELAS DE MONTES CLAROS/MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos ESDRAS

    2012-03-01

    Full Text Available A formação de favelas não é um problema social presente apenas nas grandes cidades. A cidade média brasileira se destaca entre as áreas urbanas com maior número de assentamentos urbanos ilegais, como a favela. Diante do contexto de crescimento demográfico dessas cidades que desde a década de 1990 apresenta um crescimento demográfico maior que as metrópoles há uma perspectiva pessimista que o déficit habitacional nessas cidades tende a aumentar e, consequentemente, surgirão novas favelas. Por isso, é importante contar com instrumentos geotecnológicos que permitam monitorar o espaço urbano de maneira rápida para subsidiar eficazmente a gestão da cidade. Nesse sentido este artigo teve como objetivo entender o processo de formação das favelas de Montes Claros. Além disso, de forma específica analisou as características socioambientais desses assentamentos urbanos, no intuito de identificar os riscos ambientais comuns nas favelas de Montes Claros. Para atingir esses objetivos foi fundamental o uso do sensoriamento remoto, através de imagens de satélites de alta resolução espacial, e o Sistema de Informação Geográfica – SIG.

  5. Sexualidad en el periodo gestacional

    OpenAIRE

    García Romero, María

    2014-01-01

    Escasos son los estudios que investigan la actividad sexual durante el período gestacional, y que plantean posibles soluciones para paliar los problemas y/o mejorar los conocimientos que tengan los futuros padres. Se trata de una etapa en las que se producen una serie de cambios biopsicosociales que repercutirán en sus vidas y, por lo tanto, en su sexualidad. OBJETIVO: Identificar los cambios y/o problemas más frecuentes que presenta la mujer embarazada respecto a su sexuali...

  6. Estudo prospectivo dos fatores de risco para complicações neurológicas na meningite bacteriana infantil

    OpenAIRE

    Namani, Sadie; Milenković, Zvonko; Koci, Bulëza

    2013-01-01

    OBJETIVO: Análise prospectiva de fatores de prognóstico para complicações neurológicas da meningite bacteriana infantil. MÉTODOS: Este estudo prospectivo recrutou 77 crianças de um mês a 16 anos de idade tratadas de meningite bacteriana durante o período de 1/1/2009 a 31/12/2010. Foram escolhidos 16 preditores relevantes para analisar sua associação com a incidência de complicações neurológicas. Valores P abaixo de 0,05 foram considerados estatisticamente significativos. RESULTADOS: Das 77 cr...

  7. Risco cardiovascular em vegetarianos e onívoros: um estudo comparativo Cardiovascular risk in vegetarians and omnivores: a comparative study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Moreira de Almeida Teixeira

    2007-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Estudos clínicos e epidemiológicos demonstram grande associação da dieta com os agravos crônicos, particularmente com os eventos cardiovasculares, apesar de ainda não compreendidos todos os seus mecanismos de ação. OBJETIVO: Descrever e analisar o risco cardiovascular em vegetarianos e onívoros residentes na Grande Vitória/ES, na faixa etária de 35 a 64 anos. MÉTODOS: Para avaliação do risco cardiovascular foi realizado estudo de coorte histórico com 201 indivíduos. Foram incluídos 67 vegetarianos há no mínimo 5 anos, provenientes da Grande Vitória, e 134 onívoros, participantes do Projeto MONICA/Vitória, pareados por classe socioeconômica, sexo, idade e raça. Medidas bioquímicas e hemodinâmicas foram obtidas na Clínica de Investigação Cardiovascular da UFES. Para comparação de proporções, foi usado o teste chi2 e calculada a razão de prevalência. O risco cardiovascular foi calculado por meio do algoritmo de Framingham. RESULTADOS: A idade média do grupo foi de 47 ± 8 anos e o tempo médio de vegetarianismo 19 ± 10 anos, sendo a dieta ovolactovegetariana seguida por 73% dos vegetarianos. Pressão arterial, glicemia de jejum, colesterol total, colesterol de lipoproteína de baixa densidade (LDL-colesterol e triglicerídeos foram mais baixos entre vegetarianos (pBACKGROUND: Clinical and epidemiological studies have demonstrated a strong association between eating habits and chronic diseases, particularly cardiovascular events, although not all the mechanisms of action are understood. OBJECTIVE: To describe and analyze the cardiovascular risk (CVR in vegetarians and omnivores residing in Greater Vitória, State of Espírito Santo, Brazil, in the age range from 35 to 64 years. METHODS: To evaluate CVR in the groups, a historical cohort study with 201 individuals was conducted. Sixty seven individuals who had been following a vegetarian diet for at least five years, and who were from Greater Vit

  8. Estudo exploratório do uso de plantas medicinais para o controle de fatores de risco cardiometabólico em mulheres pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Tassotti Gelatti

    2016-08-01

    Full Text Available Este estudo buscou identificar o uso de plantas medicinais para o controle de fatores de risco cardiometabólico, em mulheres pós-menopausa. Trata-se de um estudo transversal, analítico e exploratório e subprojeto de uma pesquisa institucional “Estudo multidimensional de mulheres pós-menopausa do município de Catuípe/RS”. As informações relativas ao uso de plantas foram obtidas em entrevista estruturada e os dados relativos ao índice de massa corporal, circunferência abdominal, pressão arterial, perfil lipídico e glicêmico do banco de dados da referida pesquisa. Foram selecionadas 51 mulheres, 37,2% relataram usar plantas para problemas cardiometabólicos e apresentavam elevado risco cardiovascular. Foram citadas 18 espécies de plantas, três usadas para diabetes mellitus, sendo a Sphagneticola trilobata a mais citada, uma para hipertrigliceridemia, cinco para hipercolesterolemia, entre as quais a Myristica fragrans foi a mais mencionada, uma para hipertensão e três para redução de peso, destacando- se a Camellia sinensis. Para seis das espécies estudadas foi atribuída ação diurética e uma delas tem indicação para problemas cardíacos. Dentre as citadas, seis encontram- se na RDC 10/2010 e três no Formulário de Fitoterápicos da Farmacopéia Brasileira, contudo, apenas a indicação de uma planta confere com o relato das entrevistadas, por outro lado foram encontrados estudos que relacionaram estas plantas com efeitos cardioprotetores. Considerando a importância do manejo adequado destas doenças, torna- se necessário averiguar se as plantas estão sendo utilizadas para a indicação correta. Sugere-se também a implantação de ações educativas visando qualificar o uso de plantas para diminuir o risco cardiometabólico, utilizando as Políticas do SUS como instrumento de trabalho.Palavras-chave: Risco cardiovascular. Climatério. Terapias complementares. Plantas medicinais. ABSTRACTExploratory study of the

  9. Os riscos microbiológicos e nutricionais da cozinha vegetariana: estudo do caso: restaurante de cozinha vegetariana

    OpenAIRE

    Guimarães, Maria de Lancastre

    2011-01-01

    As principais razões para um individuo se tornar vegetariano são o respeito e a protecção da vida animal e do ambiente, a saúde e os motivos religiosos e filosóficos. Vários estudos indicam que os vegetarianos têm tendência para serem mais saudáveis do que os não vegetarianos. De entre os vários tipos de vegetarianismo, os vegans são aqueles que precisam de ter uma alimentação mais cuidada, isto é, têm que ter acesso a bastante informação nutricional, uma vez que caso falte algum nutriente...

  10. Prevalência e fatores de risco para a retinopatia da prematuridade: estudo com 450 pré-termos de muito baixo peso Prevalence and risk factors for retinopathy of prematurity: study with 450 very low birth weight preterm infants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Borges Fortes Filho

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVO:Analisar prevalência e fatores de risco para a retinopatia da prematuridade (ROP entre pré-termos com peso de nascimento (PN d"1.500 gramas e/ou idade gestacional (IG d"32 semanas admitidos em uma instituição hospitalar universitária de nível terciário. MÉTODOS: Estudo de coorte institucional, prospectivo e descritivo, realizado entre outubro de 2002 e julho de 2008, incluindo todos os pré-termos com PN d"1.500 gramas e/ou com IG d"32 semanas, que sobreviveram até a 42ª semana de IG corrigida. Foram determinadas a prevalência da ROP em seus vários estadiamentos evolutivos. Os principais fatores de risco para o surgimento da ROP no período pós-natal foram comparados por análises uni e multivariadas entre os pacientes que desenvolveram e os que não desenvolveram a doença. Para a análise das variáveis contínuas entre os dois grupos, foi usado o Teste t (Student para amostras independentes e para a comparação das variáveis categóricas, o Qui-Quadrado. A regressão logística incluiu as variáveis com significância após a análise univariada. RESULTADOS:Foram estudadas 450 crianças cuja média de PN e IG foram 1.213,50 gramas (± 277,4 e 30,3 semanas (± 2,2, respectivamente. A ROP, em qualquer estadiamento, afetou 24,2% das crianças. Doença limiar, necessitando de tratamento pela fotocoagulação, ocorreu em 24 pacientes (5,3%. Após análise univariada, a IG, o PN, o ganho ponderal do nascimento até a 6ª semana de vida, o uso de oxigenioterapia em ventilação mecânica e de indometacina, as ocorrências de sepse e hemorragia intraventricular e a necessidade de transfusões sanguíneas, estiveram associados com a ROP. A regressão logística confirmou a importância da IG (OR: 0,856; IC95%: 1,141-1,447; P=0,014, do baixo ganho ponderal (OR: 0,997; IC95%: 0,996-0,999; PPURPOSE: This study aims to analyze prevalence and risk factors for retinopathy of prematurity (ROP among preterms with birth weight (BW d"1

  11. Fatores de risco e preditores para o aborto induzido: estudo de base populacional Risk factors and predictors of induced abortion: a population-based study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Teresa Anselmo Olinto

    2006-02-01

    Full Text Available O presente trabalho investigou os principais fatores de risco e preditores para o aborto induzido. Foi realizado um estudo transversal de base populacional com uma amostra representativa de 3.002 mulheres de 15 a 49 anos residentes no Sul do Brasil. Para responder as questões de aborto, as mulheres foram alocadas entre duas metodologias: método da urna ou método das questões indiretas. Informações sócio-econômicas, demográficas e reprodutivas foram obtidas por meio de um questionário pré-codificado. Na análise e interpretação dos dados utilizou-se o modelo de regressão logística. Teorema de Bayes foi aplicado para a determinação das probabilidades a posteriori permitindo a transformação dos dados agregados em dados individuais. Abortos induzidos estiveram fortemente relacionados com relatos de perda fetal em todas as idades. Entre as adolescentes, os principais preditores foram: pertencer a famílias de baixa renda, ter baixa escolaridade e alta evasão escolar, além de conhecerem um número maior de métodos contraceptivos. Para as mulheres de 20 a 49 anos de idade não houve diferença sócio-econômica, sendo que, estado civil e características reprodutivas, incluindo conhecimento de métodos contraceptivos, foram os fatores de risco freqüentes para o aborto induzido.This study aimed to identify key risk factors and predictors of induced abortion. A cross-sectional population-based study was conducted with a representative sample of 3,002 women 15 to 49 years of age in southern Brazil, randomly assigned to answer questions on induced abortion using either the ballot-box method or the indirect questioning method. Socioeconomic, demographic, and reproductive data were obtained through a pre-coded questionnaire. Data analysis used epidemiological statistical inferences and Bayes' theorem to calculate a posteriori probability. Induced abortion was strongly associated with fetal loss for all age groups. In adolescents, the

  12. Diabetes gestacional na perspectiva de mulheres grávidas hospitalizadas Diabetes gestacional desde la perspectiva de mujeres embarazadas hospitalizadas Gestational diabetes from the perspective of hospitalized pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Flávio Moura Araújo

    2013-04-01

    Full Text Available Estudo qualitativo fenomenológico, que teve como objetivo compreender o significado das experiências vivenciadas por mulheres com diabetes mellitus gestacional. Participaram 12 pacientes internadas em uma maternidade de Fortaleza-CE, Brasil, que manifestaram seus sentimentos e percepções por meio de entrevista aberta e desenhos. O material empírico foi transcrito na íntegra e, posteriormente, organizado e analisado pelo método fenomenológico. Os resultados evidenciaram dois temas: (1 Vivenciando experiências que trazem felicidade e bem-estar e (2 Vivenciando experiências que provocam sofrimento. Este estudo fenomenológico, ao possibilitar apreender a experiência das mulheres com diabetes mellitus gestacional, contribui para o planejamento e a implementação de programas de intervenção baseados em um modelo de saúde participativo, com vistas a priorizar os aspectos subjetivos envolvidos na gravidez de risco.Estudio fenomenológico cualitativo que objetivó comprender el significado de las experiencias vividas por las mujeres con diabetes mellitus gestacional. Los participantes fueron 12 pacientes ingresadas en un hospital de maternidad en la ciudad de Fortaleza, estado del Ceará, Brasil, que expresaran sus sentimientos y percepciones a través de entrevistas abiertas y dibujos. El material empírico fue transcrito completamente y luego organizado y analizado por el método fenomenológico. Los resultados revelaron dos temas: (1 Viviendo experiencias que traen felicidad y bienestar y (2 Viviendo experiencias que causan sufrimiento. Este estudio fenomenológico, que mostró la experiencia de las mujeres con diabetes mellitus gestacional, contribuye a la planificación y ejecución de programas de intervención basados en un modelo participativo de la salud, con el fin de dar prioridad a los aspectos subjetivos que intervienen en embarazos de riesgo.This phenomenological qualitative study aimed to understand the meaning of the

  13. Acompanhamento sistematizado da hiperbilirrubinemia em recém-nascidos com 35 a 37 semanas de idade gestacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Punaro

    2011-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Identificar os resultados do acompanhamento da bilirrubinemia na primeira semana de vida em uma coorte de recém-nascidos (RNs de 35(0/7 a 37(6/7 semanas de idade gestacional e estabelecer fatores de risco para reinternação para fototerapia pós-alta hospitalar (bilirrubinemia total > 18 mg/dL. MÉTODOS: Estudo de coorte retrospectivo em hospital público universitário. Os recém-nascidos tiveram acompanhamento da bilirrubina total plasmática ou transcutânea pré- e pós-alta da enfermaria de alojamento conjunto para avaliação da necessidade de fototerapia. Foi empregada uma abordagem sistematizada, utilizando-se os percentis de risco de uma curva de referência. RESULTADOS: Foram estudados 392 RNs. Uma consulta ambulatorial foi necessária em 61,7% dos RNs. Tiveram valores máximos de bilirrubinemia total > 20 mg/dL 34 RNs (8,7%, e três RNs (0,8% apresentaram bilirrubinemia total entre 25-30 mg/dL. Fototerapia foi indicada após alta em 74 RNs (18,9%. Os fatores de risco foram a perda de peso do nascimento até o primeiro retorno e os percentis à alta acima do P40. A bilirrubinemia total à alta acima do P95 foi associada ao maior risco de reinternação [RR = 49,5 (6,6-370,3]. A perda de peso até o primeiro retorno foi o único preditor clínico independente [RR = 1,16 (1,04-1,17]. CONCLUSÃO: A abordagem sistematizada da bilirrubinemia na 1ª semana foi efetiva na prevenção de hiperbilirrubinemias perigosas. O suporte à amamentação e a alta hospitalar após a estabilização da perda de peso podem ser medidas preventivas da reinternação por hiperbilirrubinemia

  14. Impacto do diabetes gestacional nos desfechos neonatais: uma coorte retrospectiva = Impact of gestational diabetes on neonatal outcomes: a retrospective cohort study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amaral, Augusto Radünz do

    2015-01-01

    Conclusões: Na amostra estudada, os riscos de prematuridade, peso do recém-nascido excessivo para a idade gestacional e hipoglicemia foram maiores nos recém-nascidos de gestantes com DMG diagnosticada pelos critérios da IADPSG

  15. Resultados da abordagem do Diabetes Mellitus Gestacional no Centro de Especialidades em Saúde da Mulher e da Criança de Itanhaém-SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Ortolani

    2018-02-01

    Full Text Available Estudo documental de prontuários de gestantes portadoras de Diabetes Gestacional encaminhadas ao Pré-Natal de alto risco ao Centro de Especialidade em Saúde da Mulher e da Criança – Cescrim “Paula Vegas”. localizada no Município de Itanhaém-São Paulo, Brasil, com o objetivo de identificar as gestações de risco durante o acolhimento por enfermeiros. De um total de 234 gestantes cadastradas no sistema PNAR-Pré-Natal de Alto Risco, foram selecionados 32 prontuários de acordo com a proposta da pesquisa, no período de setembro de 2015 a junho de 2016, os quais foram examinados de acordo com as seguintes variáveis: idade, ocupação, renda, situação conjugal, gravidez planejada, número de gestações, paridade, abortos, natimortos, tipo de parto, número de filhos vivos, data do último parto, idade gestacional, peso atual, estatura, IMC, uso de substâncias ilícitas  glicemia de jejum no início do pré-natal, controle de glicemia capilar e teste oral de tolerância à glicose (TOTG de jejum e de 2 horas. Os dados obtidos foram tabulados e colocados em tabelas de frequência. Os resultados específicos para o rastreamento do DMG, apontaram 59,3% para 1ª glicemia em jejum entre 92 e 125 mg/dl, confirmando assim a suspeita de diabetes gestacional. Nos resultados indeterminados, a 2ª glicemia comprovou que 53% tiveram resultados alterados, mostrando a necessidade de se confirmar o exame para diagnóstico precoce do DMG. Dos exames utilizados como coadjuvantes para rastreamento, como Teste de Tolerância à Glicose, Glicemia Capilar os resultados apontaram para 28% do controle glicêmico alterado, assim como Teste de Tolerância, com glicemia de 2 horas, com 18,7% alterados. Também se avaliou o perfil das gestantes, os fatores de risco para o Diabetes Gestacional, a metodologia empregada para a suspeita do diagnóstico, a condução dos casos com critérios confirmados e a atuação das Enfermeiras durante a consulta de

  16. Fatores de risco para infarto do miocárdio no Brasil: estudo FRICAS Risk factors for acute myocardial infarction in Brazil (FRICAS study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Aurélio Dias da Silva

    1998-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar os fatores de risco para a ocorrência de infarto agudo do miocárdio (IAM no Brasil. MÉTODOS: Estudo conduzido entre janeiro/94 e março/95, em 20 centros médicos no Brasil, constituído de casos, 299 pacientes com IAM e, controles, 292 indivíduos, identificados no mesmo centro que os casos, e admitidos com largo espectro de doenças agudas, não relacionadas a fatores de risco conhecidos ou suspeitos para IAM. Os dados foram colhidos por meio de um questionário estruturado, preenchido pelo próprio paciente. Os efeitos das variáveis pesquisadas sobre a ocorrência de IAM foram estudadas em abordagens univariadas, considerando-se significativo pPURPOSE: To determine risk factors related to acute myocardial infarction (AMI in Brazil. METHODS: Five hundred ninety one patients were selected in 20 medical centers in Brazil, between January/94 and March/95. Two-hundred-ninety-nine patients were cases, and 292 controls with a variety of acute diseases not related to the suspected or known risk factors for acute myocardial infarction. All data were collected through a structured questionnaire filled by the patients. The evaluation of the variables was done through univariate analysis with a significance level of 5%. RESULTS: The factors related to acute myocardial infarction were respectively to cases and controls: Hypercholesterolemia - 210.93±46.74mg/dl and 185.71±45.45mg/dl, (p=0.000; smoking - 41.69% and 27.20% (p=0.000; hypertension - 52.35% and 20.88% (p=0.000; diabetes - 19.70% and 9.93% (p=0.001; family history - related to the patient's father in 42.14% and 33.22% (p=0.025 and to the mother in 42.14% and 30.82% (p=0.007; socioeconomic level - 88.99% and 60.20% owned house (p=0.002; 44.45% and 33.21% owned car (p=0.010; physical activity - 56.83% and 48.28% had the habit of walking in the year prior to study entry (p=0.029; diet - 38.79% and 28.42% consumed canned food (p=0.013. The mean weight was 72.50±26.89kg

  17. Prevalência de fatores de risco e proteção para doenças crônicas não transmissíveis em adultos: estudo transversal, Brasil 2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Carvalho Malta

    Full Text Available OBJETIVO: descrever as prevalências de fatores de risco e proteção para doenças crônicas na população adulta brasileira e analisar as diferenças segundo variáveis sociodemográficas. MÉTODOS: estudo transversal com dados de 2012 do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel, incluindo residentes nas capitais brasileiras com idade ≥18 anos; foram calculadas as prevalências e respectivos intervalos de confiança de 95% (IC95% segundo sexo, faixa etária e escolaridade. RESULTADOS: entre 45.448 entrevistados, a prevalência de tabagismo foi de 12,1% (IC95%: 11,5%-12,8%, inatividade física, 14,9% (IC95%: 14,2%-15,5%, consumo abusivo de bebidas alcoólicas, 18,4% (IC95%: 17,7%-19,2%, excesso de peso, 51,0°% (IC95%: 50,1%-51,9% e obesidade, 17,4°% (IC95%: 16,7%-18,1%; os fatores de risco estudados estiveram associados a maior idade, sexo masculino e menor escolaridade. CONCLUSÃO: a prevalência dos fatores de risco e proteção apresenta diferenças segundo características sociodemográficas, a serem consideradas nas estratégias de promoção da saúde.

  18. Risco de suicídio e comportamentos de risco à saúde em jovens de 18 a 24 anos: um estudo descritivo Suicide risk and health risk behavior among youth between the ages of 18 and 24 years: a descriptive study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane da Costa Ores

    2012-02-01

    Full Text Available O objetivo foi avaliar risco de suicídio e comportamentos de risco em jovens. Estudo transversal na zona urbana de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, realizado por amostragem sistemática. Foram incluídos jovens de 18 a 24 anos, com capacidade cognitiva e que assinaram termo de consentimento. Foram aferidos risco de suicídio (MINI; comportamentos de risco (YRBSS; abuso/dependência de substâncias (ASSIST; e nível socioeconômico (ABEP. Os dados foram analisados no programa SPSS. A amostra constituiu-se de 1560 jovens e a prevalência de risco de suicídio foi de 8,6%. O risco de suicídio foi associado com: ter sofrido acidente com necessidade de ir ao pronto-socorro (p = 0,011, ter entrado em briga com agressão física (p = 0,016, ter carregado arma branca (p = 0,001 e arma de fogo (p The aim of this study was to assess suicide risk and risk behavior in young people. A cross-sectional study in the urban area of Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil was performed using systematic sampling with young people between the ages of 18 to 24 years. We measured the risk of suicide (MINI, behavior (YRBSS, abuse/substance dependence (ASSIST and socioeconomic status (ABEP. Data was analyzed using SPSS software. The sample consisted of 1,560 young people and the prevalence of suicide risk was 8.6%. Suicide risk was associated with: having suffered an accident that required a visit to the emergency room (p = 0.011, fighting (p = 0.016, carrying a weapon (p = 0.001 and carrying a firearm (p < 0.001, substance abuse/dependence (p < 0.001, not having used a condom during the last sexual relationship (p = 0.025, not having a steady partner (p < 0.001 and having sex with five or more people (p = 0.018. Young people that present risk behavior also represent a suicide risk.

  19. Estudo de sintomas musculoesqueléticos, fatores de risco e exposição física em trabalhadores de escritório

    OpenAIRE

    Dechristian França Barbieri

    2013-01-01

    A alta incidência de distúrbios musculoesqueléticos em trabalhadores que utilizam o computador pode estar associada a diferentes fatores de risco como psicossociais, organizacionais e ergonômicos. Dentre os fatores de risco psicossociais, estão a satisfação do trabalhador com o trabalho, a intensidade e carga de trabalho e a relação entre demanda e controle que o trabalhador apresenta sobre seu trabalho. Embora esses fatores não sejam preponderantes no desenvolvimento das lesões musculoesquel...

  20. Estudo da influência do Sarbanes-Oxley Act of 2002 sobre o gerenciamento do risco operacional em instituições financeiras brasileiras

    OpenAIRE

    Camazano, Magali Aparecida

    2008-01-01

    A desregulamentação e a globalização dos serviços financeiros associadas à sofisticação das tecnologias financeiras têm aumentado a complexidade das atividades bancárias e a conseqüente exposição dos bancos ao risco operacional. Casos diversos de perdas catastróficas relacionadas ao risco operacional se fizeram presentes nos últimos 10 anos, a exemplo da quebra do tradicional Barings Bank, na Inglaterra. Por decorrência, o Novo Acordo de Capital da Basiléia (Basiléia II), divul...

  1. Comportamento do Volume de Negociações e do Risco de Mercado antes e após os Resultados das Eleições Presidenciais em 2014: Um Estudo com Empresas Brasileiras de Capital Aberto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josilene da Silva Barbosa

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: Consiste em analisar o efeito do resultado das eleições presidenciais em 2014 no risco de mercado medido em função do volume de títulos negociados pelas empresas brasileiras listadas na BM&FBOVESPA. Fundamento: Método: Nessa pesquisa a composição de amostras corresponde a todas as empresas com ações negociadas na Bovespa no período que corresponde às eleições para presidente da república realizada em outubro de 2014. Os dados que serviram de base para a realização dos testes são o preço das ações e volume de negociação de todas as empresas brasileiras de capital aberto, com títulos negociados na BM&FBOVESPA no período de 01 de janeiro de 2010 a 31 de agosto de 2015. Para análise dos dados, especificamente foi utilizada a metodologia teste de Chow (1960. Resultados: No estudo após proceder ao teste, constatou-se que a indefinição do cenário político pode ter provocado uma instabilidade no risco das empresas a um nível de significância de 5%. Os resultados mostram que 131 empresas apresentaram quebra estrutural o que corresponde a 71% da amostra, demonstrando que o risco das empresas em relação a investimentos mudou tanto para mais quanto para menos. Contribuições: O estudo é relevante para o mercado, pois, mostra que em períodos de instabilidade política o comportamento do mercado pode-se alterar, elevando o risco em função do volume de negociações. Ao prever esse tipo de alteração no mercado os investidores poderão se prevenir antecipadamente, tomando decisões que consideram esse tipo de evento, bem como as empresas também poderão tomar decisões preventivas.

  2. Fatores associados ao risco para doenças não transmissíveis em adultos brasileiros: estudo transversal de base populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Casado Costa

    2012-06-01

    Full Text Available No Brasil, devido às mudanças nos perfis demográfico, epidemiológico e nutricional da população, as doenças infecciosas vêm cedendo lugar às crônicodegenerativas. Em face da grande heterogeneidade demográfica, social e econômica do país, são exigidas ações de saúde pública que sejam direcionadas às realidades locais. Com o objetivo de identificar os fatores associados ao risco para doenças não transmissíveis em adultos brasileiros, foi realizado um inquérito domiciliar, entre junho de 2002 e outubro de 2005, em amostra representativa de 18 capitais brasileiras. As prevalências dos fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis foram: excesso de peso; atividade física irregular ou sedentarismo;consumo de cigarros; consumo de álcool de risco; hipertensão arterial referida; diabetes referida; e hipercolesterolemia referida. A ausência de fatores de risco foi observada em apenas 8,5% da população entrevistada. Conclui-se que a alta prevalência de exposição a pelo menos um dos fatores de risco estudados evidencia que as ações em saúde devem ser multifatoriais e não dirigidas somente a um fator isolado.

  3. Identificação de alunos em risco de apresentarem dislexia: um estudo sobre a utilização da monitorização da fluência de leitura num contexto escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Filipa Ferreira de Mendonça

    2014-03-01

    Full Text Available A finalidade deste estudo foi descrever o uso da monitorização com base no currículo (MBC - fluência, na identificação de alunos em risco de apresentarem dislexia. Participaram 146 alunos do 3º ano do 1º Ciclo do Ensino Básico dum agrupamento de escolas do concelho de Braga, Portugal, que foram monitorizados em dois momentos ao longo do ano letivo. Foram considerados alunos em risco, aqueles cujo resultado se encontrava abaixo ou no percentil 20. Os resultados permitiram concluir que: 1 A prova de MBC mostrou ser econômica, fácil e rápida de aplicar, de cotar e bem aceita pelos professores e alunos; 2 Em média, a prestação dos alunos na primeira aplicação foi de 85,21 (DP = 28,41 palavras corretas por minuto (pcpm, na segunda aplicação (final do ano letivo foi de 97,46 (DP = 30,07 pcpm; 3 O crescimento semanal foi de 0,49 (DP=0,38 pcpm; 4 Encontram-se em risco de apresentarem dislexia, após a segunda aplicação 11 rapazes e 18 raparigas; 5 A diferença de resultados entre turmas é estatisticamente significativa; 6 No final do ano letivo em duas turmas mais de 30% dos alunos estão em risco de apresentarem dislexia, tendo em conta o valor do risco da amostra; 7 70,55% dos participantes não atingiram o objetivo das 110 pcpm estipulado pelo Ministério da Educação para aquele ano de escolaridade; 8 O valor do Alfa de Cronbach para a primeira aplicação foi de 0,981 e para a segunda aplicação foi de 0,978.

  4. Idade materna como fator de risco: estudo com primigestas na faixa etária igual ou superior a 28 anos La edad materna como un factor de riesgo: estudio com primigestas en la facha etaria igual o superior a 28 años Maternal age as a risk factor: a study on first time pregnant women with age equal or higher than 28 years old

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Maria Garcia de Lima Parada

    1999-10-01

    Full Text Available Trata-se de estudo transversal, cujo objetivo foi analisar a idade materna como fator de risco ou não, através da verificação de intercorrências na gestação, parto e puerpério de primigestas com idade igual ou superior a 28 anos e das condições de nascimento e alta de seus recém-nascidos, comparando-as com o grupo de primigestas na faixa etária de 20 a 27 anos. Foi realizado em Botucatu/S.P., no período de janeiro de 1990 a junho de 1995. A análise estatística, discutida ao nível de 5% de significância, foi realizada através da prova de Mann-Whitney, teste de Goodman e avaliação do risco relativo e risco relativo corrigido, através da técnica de Mantel-Haenszel. Concluiu-se que a idade materna igual ou superior a 28 anos não constituiu fator de risco gestacional, puerperal e intra-parto mas, por outro lado, foi fator de risco, mesmo após controlado o tipo de parto, para as seguintes intercorrências perinatais: taquipnéia transitória do recém-nascido, cianose generalizada ao nascer e infecção neonatal.Es un estudio que tiene por objetivo analizar la edad materna como factor de riesgo o no, a través de la verificación de complicaciones en la gestación, parto y puerperio de primigestantes con edad igual o superior a 28 años, así como también las condiciones de nacimiento y alta de sus recien nacidos, haciendo una comparación con los grupos de primigestas en la facha etaria de 20 a 27 años. Se realizó en Botucatu/SP, del enero, 1990 al junio, 1995. El análisis de las estadísticas discutidas, tuvo un nivel significante de 5%, estas fueron realizadas a través de la prueba de Mann-Whitney y teste de Goodman. La evaluación del riesgo relativo y riesgo relativo corregido, fueron hechas a través de la técnica de Mantel-Haenszel. Se concluye que la edad maternal igual o superior a 28 años no constituye un factor de riesgo gestacional, puerperal e intra-parto, pero por outro lado, fue un factor de riesgo, mismo

  5. Risco de adoecimento por exposição às águas do Rio Doce: um estudo sobre a percepção da população de Tumiritinga, Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilvan Ramalho Guedes

    2015-06-01

    Full Text Available A forte relação das pessoas com o Rio Doce, bem como suas enchentes regulares, representam fator contínuo de exposição ao risco de doenças hídricas. Dada sua relevância epidemiológica, este estudo analisa a associação entre percepção de contaminação e uso do rio, bem como os mecanismos heurísticos empregados na formação da percepção de risco. Utilizou-se um modelo probit ordenado com variável instrumental e análise de redes temáticas aplicados a uma base de dados primária de 352 domicílios, representativa dos moradores de Tumiritinga, Minas Gerais, Brasil, para o ano de 2012. Os resultados indicam que embora a maioria (92,6% dos moradores de Tumiritinga perceba o risco de contrair algum tipo de doença quando nada no Rio Doce, somente 11,4% informam não entrar na água. A análise de conteúdo sugere que esse paradoxo advém da falta de compreensão populacional sobre os mecanismos de transmissão de doenças hídricas, criando viés otimista sobre as chances de contaminação. Campanhas para promoção de comportamento preventivo devem, portanto, enfatizar as formas de contrair doenças hídricas na região.

  6. Alterações do desenvolvimento de crianças prematuras nascidas de mães com malária no periodo gestacional

    OpenAIRE

    Simões, Maria da Conceição Ribeiro

    2012-01-01

    Objetivo : O estudo buscou avaliar as alterações no desenvolvimento de crianças prematuras nascidas de mães com malária no periodo gestacional, em Porto Velho, Rondônia. O objetivo principal é descrever as alterações encontradas nessas crianças aplicando um teste preditivo para alterações no desenvolvimento e compará-las à um grupo controle de crianças prematuras nascidas de mães que não apresentaram malária no periodo gestacional. Métodos : Por ser um estudo do tipo transvers...

  7. Riscos no ambiente de trabalho no setor de panificação: um estudo de caso em duas indústrias de biscoitos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Mota de Vasconcelos

    2015-09-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo identificar e analisar os riscos no ambiente de trabalho no setor de panificação em duas indústrias de fabricação de biscoitos de pequeno porte. O levantamento de dados foi feito de forma qualitativa, com identificação e avaliação dos fatores de riscos ambientais ocupacionais (físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e de acidentes, observando as normas ISO 14001, OHSAS 18001, AS/NZS 4360, NBR 14009, NBR 14153 e as Normas Regulamentadoras (NR do Ministério do Trabalho e Emprego. Também foram realizadas medições dos índices de exposição ao ruído e ao calor, conforme a NR 15 e do nível de iluminância nos ambientes, conforme a NR 17. As empresas (denominadas “A” e “B” apresentaram níveis de riscos distintos, classificados como triviais, toleráveis, moderados e substanciais. Dos parâmetros de riscos avaliados, identificou-se que a empresa “B” foi a que apresentou maior exposição ao risco com potencial de causar danos à saúde e à integridade física dos seus trabalhadores, havendo necessidade imediata de intervenção. A partir das indústrias avaliadas, foi possível verificar que, mesmo em meio às exigências legais, as questões relacionadas à saúde e segurança no trabalho são muitas vezes consideradas como fator secundário. Os cuidados relacionados à qualidade, higiene e segurança dos seus produtos são sempre priorizados. Ressalta-se que os gastos efetuados com a prevenção de acidentes e doenças do trabalho devem ser vistos como investimentos, uma vez que poderão contribuir para melhor qualidade de vida dos profissionais, com possibilidades de maximização das atividades por eles desempenhadas.

  8. Mulheres com diabete melito gestacional : conhecendo a doença e convivendo com ela

    OpenAIRE

    Joice Moreira Schmalfuss

    2011-01-01

    O diabete melito gestacional é um grupo de doenças metabólicas que pode afetar qualquer mulher e, quando não controlado, causar consequências graves para o binômio mãe/bebê. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo descritivoexploratório, que analisou o que as mulheres com diabete melito gestacional conhecem sobre a doença e como elas convivem com essa condição. O estudo foi realizado em um hospital universitário do município de Porto Alegre/RS, por meio de entrevistas com 25 gestantes d...

  9. Doença trofoblástica gestacional recorrente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Belfort Paulo

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: estudar a freqüência da neoplasia trofoblástica gestacional recorrente e analisar se a evolução e o desfecho do episódio de repetição acarretam agravado risco, assim de invasão como de malignização, e se há necessidade de maior número de ciclos de quimioterapia e regimes mais agressivos. MÉTODOS: vinte e nove pacientes com mola hidatiforme recorrente foram acompanhadas e eventualmente tratadas no Centro de Neoplasia Trofoblástica Gestacional da 33ª Enfermaria da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro, entre 1960 e 2001, representando incidência de 1,2% (29/2262. Foram revisados os prontuários médicos para determinar a idade das pacientes, o número de gravidezes, paridade, apresentação clínica e quimioterapia, caso tenha sido realizada. Um total de cinqüenta e oito episódios de neoplasia trofoblástica ocorreram nas 29 pacientes. Todos os casos tiveram comprovação histopatológica. Os cálculos estatísticos foram feitos mediante o teste de chi superscript two com correção de Yates e analisados pelo programa Epi-Info 2000, versão Windows, elaborado pelo Centro de Controle de Doenças de Atlanta, EUA. RESULTADOS: ocorreu mola invasora ou coriocarcinoma, no primeiro evento molar, em apenas uma paciente (1/29 - 3,4%; invasão ou malignização, entretanto, manifestou-se no segundo evento em sete pacientes (7/29 - 24,1% [RR: 8,9; IC 95% 1,5-41; p<0,05]. CONCLUSÃO: a gravidez molar recorrente cursa com agravamento histológico e aumento na incidência de seqüela trofoblástica proliferativa, exigindo quimioterapia mais freqüente e agressiva para induzir remissão.

  10. Comportamentos de risco ao HIV em utilizadores de heroína em um distrito português: estudo qualitativo HIV risk behaviors in heroin users in a Portuguese district: a qualitative study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Fabiane Machado Gomes Marsden

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Explorar relatos de utilizadores de heroína sobre seus comportamentos de risco para transmissão do vírus da imunodeficiência humana (HIV no distrito de Vila Real, Portugal, já que a heroína é a droga predominante no que se refere ao uso problemático de drogas em Portugal, e 48% de todas as notificações de infecção por HIV no país são associadas à dependência de drogas. MÉTODO: Utilizadores de heroína recebendo tratamento ambulatorial para dependência em clínica pública foram selecionados aleatoriamente e convidados a participar do estudo. A coleta de dados foi realizada através de entrevista qualitativa semiestruturada, desenvolvida para explorar os relatos dos participantes sobre seu comportamento de risco associado ao uso de heroína. RESULTADOS: Vinte e cinco entrevistas foram realizadas. A idade média foi de 32 anos, e 92% eram homens. Os participantes relataram um tempo médio de uso de heroína de 14,7 anos, e 64% deles mencionaram uso diário da droga. Dois terços relataram uso de heroína e 16% referiram uso intravenoso da droga nos 30 dias anteriores à entrevista. 75% referiram compartilhamento de seringas ou parafernália de injeção. Front-loading ou back-loading foram técnicas comuns e não reconhecidas como comportamento de risco. 84% referiram ter sido testados anteriormente para o HIV. CONCLUSÕES: O desenvolvimento de melhores programas de prevenção ao HIV para este grupo de risco é essencial através do uso de informações sobre movimentos demográficos e padrões de comportamento de utilizadores de heroína, abordando seus comportamentos de risco nas práticas sexuais e no compartilhamento de parafernália de injeção.OBJECTIVE: To explore heroin users' accounts of risk behavior in relation to the transmission of human immunodeficiency virus (HIV in the district of Vila Real, northern Portugal, since heroin is the predominant drug in problematic drug use in Portugal and 48% of the total

  11. Risk factors for presbycusis in a socio-economic middle-class sample Estudo de fatores de risco para presbiacusia em indivíduos de classe sócio-econômica média

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Simônica de Sousa

    2009-08-01

    Full Text Available Presbycusis, or the aging ear, involves mainly the inner ear and the cochlear nerve, causing sensorineural hearing loss. Risk factors include systemic diseases and poor habits that cause inner ear damage and lead to presbycusis. Correct identification of these risk factors is relevant for prevention. AIM: To evaluate the prevalence and to identify the risk factors of presbycusis in a sample aged over 40 years. Study design: a retrospective case series. SUBJECTS AND METHODS: medical records of 625 patients were evaluated. Presbycusis was identified using pure tone audiometry, speech audiometry and impedance testing of all patients. RESULTS: The prevalence of presbycusis was 36.1%; the mean age was 50.5 years ranging from 40 to 86 years; 85.5% were male and 14.5% werf female. Age, the male gender, diabetes mellitus, and hereditary hearing loss were identified as risk factors. Cardiovascular diseases, smoking and consumption of alcohol were not confirmed as risk factors, although these have often been mentioned as risk factors for presbycusis. CONCLUSION: Notwithstanding the idea that presbycusis has multiple risk factors, this study identified few risk factors for this disease.A presbiacusia é consequência de lesões histopatológicas da orelha interna e nervo coclear e leva à deficiência auditiva sensório-neural. Fatores de risco como doenças sistêmicas e hábitos inadequados são agravantes para presbiacusia. A identificação destes fatores é relevante para sua prevenção. OBJETIVO: Avaliar a prevalência da presbiacusia e correlacionar eventuais fatores de risco numa amostra populacional. CASUÍSTICA E MÉTODO: Estudo retrospectivo de série de casos com amostragem aleatória de 625 prontuários de indiv��duos sem e com presbiacusia determinada por avaliação audiológica convencional. Foi feita a análise da associação da presbiacusia com fatores de risco pré-estabelecidos. RESULTADOS: A prevalência da presbiacusia foi de 36

  12. ESTUDO DO RISCO DE DEGRADAÇÃO AMBIENTAL EM RIOS MEDIANTE A APLICAÇÃO DE UM MODELO MATEMÁTICO fuzzy DE DBO/OD, CONSIDERANDO DIFERENTES FONTES DE LANÇAMENTO DE EFLUENTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ada Amelia Lopes

    2016-06-01

    Full Text Available Com base no fenômeno de transferência de massa, a lógica fuzzy desenvolvida no presente estudo estabeleceu relações entre a Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO e o Oxigênio Dissolvido (OD, para diferentes lançamentos. A aplicação da lógica fuzzy neste cenário, permitiu que as incertezas das variáveis envolvidas no processo, especificamente na solução da equação de advecção, fossem avaliadas e o risco de contaminação de um sistema hídrico diante dos lançamentos de poluentes pudesse ser investigado. No desenvolvimento da lógica fuzzy,  os parâmetros de DBO/OD foram convertidos em um conjunto de equações diferenciais e representados como funçõe de pertinência. Para execução das simulações da qualidade da água, os autores utilizaram um programa computacional codificado em linguagem FORTRAN. De acordo com os resultados, concluiu-se que a combinação da Teoria do Transporte de Massa e a da Lógica fuzzy pode ser uma importante ferramenta para a avaliação da Análise de Risco em sistemas hídricos, contribuindo sobremaneira para o monitoramento de temáticas prioritárias da Engenharia Ambiental.

  13. TIROTOXICOSIS GESTACIONAL: PATOLOGIA CON RIESGO VITAL

    OpenAIRE

    Valdés R.,Enrique; Pilasi M.,Carlos; Núñez U.,Tatiana

    2003-01-01

    Se presenta un caso clínico con diagnóstico final de Tirotoxicosis gestacional que debuta con una complicación excepcional, insuficiencia cardíaca congestiva e hipertensión pulmonar severa. Se presenta la experiencia del Hospital Clínico de la Universidad de Chile, proponiendo que su diagnóstico y tratamiento oportunos son la base del pronóstico de esta patología de riesgo vital para el binomio madre-hijo

  14. Risk factors for recurrent falls among Brazilian women and men: the Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS Fatores de risco para quedas recorrentes entre mulheres e homens brasileiros: o Estudo Brasileiro sobre Osteoporose (BRAZOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo de Medeiros Pinheiro

    2010-01-01

    Full Text Available The objective of the study was to estimate the frequency of recurrent falls and identify the main associated risk factors. The BRAZOS is the first epidemiological study performed on a representative sample of the Brazilian population. Anthropometric data, living habits, previous fractures, falls, dietary intake, physical activity and quality of life were evaluated in 2,420 individuals aged 40 and older. Recurrent falls were reported by 15.5% of men and 25.6% of women. Among women, the risk factors significantly associated to recurrent falls were age, previous fracture, sedentary lifestyle, poor quality of life, diabetes mellitus and current use of benzodiazepine. In men, the risk factors were age, poor quality of life, intake of alcoholic beverages, diabetes mellitus, previous fracture and use of benzodiazepine. A greater intake of vitamin D had a protector effect on the risk of recurrent falls. These findings demonstrated the high prevalence of recurrent falls and emphasize that a multidisciplinary approach is necessary to minimize recurrent falls and their consequences, including osteoporotic fractures.Estimar a freqüência de quedas recorrentes e identificar os principais fatores de risco associados. O BRAZOS é o primeiro estudo epidemiológico realizado em amostragem representativa da população brasileira. Dados antropométricos, hábitos de vida, fratura prévia, quedas, dieta, atividade física e qualidade de vida foram avaliados em 2.420 indivíduos adultos. Quedas recorrentes foram referidas por 15,5% dos homens e 25,6% das mulheres. Nas mulheres, os fatores de risco associados com quedas recorrentes foram idade, fratura prévia, sedentarismo, pior qualidade de vida, diabete mellitus e uso atual de benzodiazepínicos. Nos homens, foram idade, pior qualidade de vida, consumo de bebidas alcoólicas, diabete mellitus, fratura prévia e uso atual de benzodiazepínicos. Maior ingestão de vitamina D desempenhou efeito protetor sobre o

  15. Modelo operário e percepção de riscos ocupacionais e ambientais: o uso exemplar de estudo descritivo The "worker model" and perception of environmental and occupational risks: the optimal use of a descriptive study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz A. Facchini

    1991-10-01

    Full Text Available Objetivou-se identificar os riscos resultantes da exposição a produtos químicos, de trabalhadores de indústria química e farmacêutica. Realizou-se estudo descritivo, através do modelo operário (MO, onde o acesso aos trabalhadores significava uma parte essencial do método e a única forma de neutralizar a impossibilidade de acesso ao local de trabalho. Reconstruíam-se as atividades dos setores de trabalho e identificaram-se as principais substâncias químicas utilizadas, as queixas mais referidas, os danos potenciais e os principais riscos ambientais, concluindo pela precariedade das condições gerais de trabalho. Com os resultados confirmados, ficou evidenciada a importância do MO e sua utilidade metodológica, levando trabalhadores a conseguir das autoridades que a empresa fosse vistoriada. A mobilização dos trabalhadores, através de denúncias nos meios de comunicação, ajudou a formar uma consciência popular dos riscos ocupacionais e ambientais daquela atividade produtiva.An attempt was made to identify the risks resulting from exposure to the chemicals to which workers are exposed as well as from the poor working conditions to which they are subject in a chemical and pharmaceutical factory. A descriptive study based on the "workers model" - a methodological approach developed in Italy in the 60's, was carried out. Such a study requires direct contact with the workers and has the advantage of overcoming the difficulty of gaining access to their work-place. The activities of the different departments of the plant were reconstructed and the main chemicals used, the main physical complaints, the potencial harms and the main environmental risks identified. The repon on the harmful working conditions produced was used by the workers as a means of pressing the authorities into carrying out an inspection of the plant concerned to verify its accuracy. The report's findings have been confirmed and demonstrate the usefulness of the

  16. Estudo das freqüências dos principais fatores de risco para acidente vascular cerebral isquêmico em idosos Study of the main risk factors frequencies for ischemic cerebrovascular disease in elderly patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Luciano Pires

    2004-09-01

    Full Text Available Foram estudados retrospectivamente 262 pacientes com diagnóstico clínico de acidente vascular cerebral isquêmico (AVCi permanente, com idade igual ou superior a 60 anos, selecionados dos 1015 registros da Liga de Aterosclerose da Clínica Neurológica da ISCMSP, de 1990 a 2002. O estudo focalizou as freqüências dos fatores de risco modificáveis para AVCi nesta população idosa, considerando-se sexo e faixa etária dos pacientes. Os resultados evidenciaram que a hipertenção arterial sistêmica é significativamente freqüente (87,8% entre pacientes idosos com AVCi, independentemente do sexo e da faixa etária. Tabagismo (46,9% e etilismo (35,1% revelaram-se fatores de riscos modificáveis freqüentes especialmente entre os homens. As cardiopatias (27,0%, o Diabete Melito (19,9% e as dislipidemias (15,6% também se revelaram fatores de risco modificáveis freqüentes em pacientes idosos com AVCi, em ambos os sexos e em ambas as faixas etárias estudadas (60 a 70 anos e mais que 71 anos. Foi relativamente baixa a freqüência de hiperuricemia nesta amostra.Two hundred and sixty two patients with clinical diagnosis of permanent ischemic stroke, all of them aged 60 or more were retrospectively studied from the 1015 cerebrovascular diseases (CVD records of the Atherosclerosis Ligue of the Neurology Clinics of the ISCMSP, from 1990 to 2002. The study emphasized modifiable risk factors frequencies for ischemic stroke in this population, considering gender and age of the patients. Results have evidenced that systemic arterial hypertension is a main risk factor significantly frequent in old people (87.8%, independently of gender and age. Smoking (46.9% and alcohol consumption (35.1% have revealed to be very frequent important modifiable risk factors especially among men. Lower frequencies have been presented for cardiac diseases (27.0%, Diabetes Melitus (19.9%, and dislipidemia (15.6% as risk factors for ischemic stroke in old people of both

  17. La diabetes gestacional y las mujeres (Gestational Diabetes and Women)

    Centers for Disease Control (CDC) Podcasts

    Este podcast sobre la salud de las mujeres se concentra en la diabetes gestacional para ayudar a educar a las mujeres que habrían recibido el diagnóstico de esta enfermedad ahora o en el pasado. La diabetes gestacional es una afección que puede llevar a complicaciones en el embarazo.

  18. Diabetes gestacional na perspectiva de mulheres grávidas hospitalizadas

    OpenAIRE

    Araújo, Márcio Flávio Moura; Pessoa, Sarah Maria Fraxe; Damasceno, Marta Maria Coelho; Zanetti, Maria Lúcia

    2013-01-01

    Estudo qualitativo fenomenológico, que teve como objetivo compreender o significado das experiências vivenciadas por mulheres com diabetes mellitus gestacional. Participaram 12 pacientes internadas em uma maternidade de Fortaleza-CE, Brasil, que manifestaram seus sentimentos e percepções por meio de entrevista aberta e desenhos. O material empírico foi transcrito na íntegra e, posteriormente, organizado e analisado pelo método fenomenológico. Os resultados evidenciaram dois temas: (1) Vivenci...

  19. Fatores de risco de aterosclerose na infância. Um estudo epidemiológico Risk factors of atherosclerosis in children. An epidemiologic study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zoffi Roberto S. Gerber

    1997-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Obter um perfil dos fatores de risco coronário em uma amostra populacional pediátrica da cidade de Bento Gonçalves, RS, no período de maio/90 a junho/91. MÉTODOS: Foram estudados 1501 escolares de 6 a 16 anos incompletos, visando a detecção dos níveis séricos de colesterol total, lipoproteínas, triglicerídeos, bem como a avaliação da pressão arterial e da história familiar de doença cardiovascular isquêmica e obesidade. RESULTADOS: Foram detectadas 420 (27,98% crianças com hipercolesterolemia, sendo que 75 (5% apresentavam hipertensão arterial sistólica e 48 (3,20% hipertensão arterial diastólica. A história familiar foi importante quando positiva, porém, sua ausência não excluia a presença de fatores de risco para a aterosclerose. A hipertrigliceridemia foi encontrada em 136 (9,06% escolares e a LDL-colesterol elevada em 155 (10,33%, mostrando forte associação com hipercolesterolemia. Apresentaram índice de massa corporal acima de percentil 95, não mostrando uma maior prevalência de hipercolesterolemia, 111 crianças. CONCLUSÃO: Os fatores de risco para a aterosclerose estão presentes na infância e deveriam ser pesquisados independentemente do nível socioeconômico, da história familiar, da idade e do sexo, devendo o pediatra ser um dos responsáveis por esta investigação.PURPOSE: To obtain a profile of risk factors for coronary atherosclerosis in a pediatric population from Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, from May 1990 to June 1991. METHODS: One thousand five hundred and one children with ages from 6 to 15 years were studied to assess serum cholesterol levels and their association with other risk factors, such as arterial hypertension, obesity and family history of cardiovascular disease. RESULTS: Four hundred and twenty (27.98% children showed cholesterol levels over 180mg%; 75 (5% had systolic hypertension and 48 (3.20% diastolic hypertension. The family history was important to search

  20. Estado nutricional, consumo alimentar e risco cardiovascular: um estudo em universitários Nutritional status, food consumption and cardiovascular risk: a study on university students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina de Moraes Vasconcelos Petribú

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a proporção de fatores de risco para doenças cardiovasculares, dando ênfase aos fatores nutricionais, em alunos da área de saúde de uma universidade pública do Recife. MÉTODOS: Foram avaliados 250 estudantes por um questionário que abordou aspectos biossociais, dados sobre estilo de vida, história familiar para doenças cardiovasculares, variáveis antropométricas e consumo alimentar, avaliado pelo Recordatório de 24horas. RESULTADOS: Foi encontrada a seguinte freqüência para os fatores de risco analisados: tabagismo (2,8%, sedentarismo (41,7%, excesso de peso (35,5% e 5,3% nos sexos masculino e feminino, respectivamente pOBJECTIVE: This study aimed to describe the proportion of risk factors for cardiovascular diseases, emphasizing nutritional factors, among health students from a public university in Recife, Brazil. METHODS: Two hundred and fifty students were assessed through a questionnaire that addressed biosocial aspects, lifestyle data, family history for cardiovascular diseases, anthropometric variables and food consumption determined by the 24-hour recall. RESULTS: The following rates were found for the assessed risk factors: smoking (2.8%, inactivity (41.7%, overweight (35.5% among men and 5.3% among women, p<0,01, family history of hypertension (35.5%, diabetes (11.3%, obesity (20.2% and death of close relatives before age 50 due to cardiovascular diseases (14.8%. Regarding food consumption, a high percentage of individuals had inappropriate energy intake and a low percentage had inappropriate protein and carbohydrate intakes. Regarding the fat profile of the diet, more than 40.0% of the students consumed more cholesterol than the recommended levels and 17.9% of the men and 44.8% of the women consumed high amounts of saturated fat (p<0.01. The consumption of linoleic acid and monounsaturated and polyunsaturated fatty acids was inadequate in more than 95% of the individuals under study. CONCLUSION: The

  1. Enfermedad hipertensiva gestacional, algunos factores de riesgo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Luz Torres Rojas

    2015-11-01

    Full Text Available Se realizó un estudio descriptivo de corte transversal, con el objetivo de describir  algunos factores de riesgo asociados a la Enfermedad Hipertensiva Gestacional (EHG, en la Clínica Comoro, del distrito  Dili,  en el período comprendido del 1 de junio de 2006 al 31 de mayo de 2007.  La muestra quedó constituida por 99 embarazadas  con diagnóstico  de hipertensión gestacional. Las variables estudiadas fueron: edad, paridad, factores de riesgo (antecedentes  familiares de  hipertensión arterial,  pielonefritis, obesidad, antecedentes de eclampsia, alcoholismo y tabaquismo, enfermedades crónicas asociadas y formas clínicas presentadas.  La EHG se presentó con más frecuencia en las pacientes del grupo de edad de 35 años y más, seguido por el grupo de 15-19 años. La nuliparidad predominó en las gestantes estudiadas. El factor de riesgo más frecuente fue el antecedente familiar de hipertensión arterial. La forma clínica que prevaleció fue la pre eclampsia-eclampsia.

  2. Transtornos mentais como fatores de risco para o desenvolvimento de abuso/dependência de cocaína: estudo caso-controle Mental disorders as risk factors for the development of cocaine abuse/dependence: case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia S Lopes

    1999-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o papel dos transtornos mentais e da dependência ao álcool como possíveis fatores de risco para o abuso/dependência de cocaína. MÉTODOS: Utilizou-se o desenho caso-controle e a técnica de bola-de-neve (snowball technique para selecionar uma amostra de usuários de cocaína não tratados na comunidade (casos e parear casos e controles por sexo, idade e amizade. A coleta de dados foi feita através da utilização do questionário CIDI (Composite International Diagnostic Interview que gera diagnósticos de acordo com os critérios do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders-III-R. A análise dos dados foi feita através de regressão logística condicional. RESULTADOS: O estudo incluiu 208 indivíduos. Os principais resultados mostraram que história passada de dependência ao álcool era o principal fator associado a um aumento no risco de desenvolvimento de abuso de cocaína (OR=15,1; IC 95% 3,8-60,2; nenhum outro transtorno mental isolado manteve-se significativamente associado ao aumento deste risco após a análise multivariada. Aumento no risco de abuso de cocaína também foi encontrado entre os indivíduos que relataram pensamentos suicidas (OR=3,1; IC 95% 0,91-10,8, sugerindo associação entre quadros mais graves de depressão e abuso de cocaína. CONCLUSÕES: Esses achados sugerem que os programas voltados para a prevenção e tratamento do abuso de cocaína devem estar preparados para o manejo de questões relacionadas à co-morbidade do abuso de drogas com o álcool e outros distúrbios psiquiátricos.OBJECTIVE: To evaluate the role of psychiatric disorders and alcohol dependence as possible risk factors for cocaine abuse/dependence. METHODS: The case-control study used the "snowball" technique in order to select untreated cocaine users (cases and to match sex, age and friendship. Information was gathered using the Composite International Diagnostic Interview (CIDI, and computer diagnosis were

  3. Fatores de risco para a gravidez na adolescência em uma maternidade-escola da Paraíba: estudo caso-controle

    OpenAIRE

    Amorim,Melania Maria Ramos; Lima,Lidiane de Araújo; Lopes,Camila Vigolvino; Araújo,Daniele Kelle Lopes de; Silva,Jéssica Guimarães Gomes; César,Larissa Cynthia; Melo,Adriana Suely de Oliveira

    2009-01-01

    OBJETIVO: identificar os fatores associados à gestação na adolescência em um Estado do nordeste do Brasil. MÉTODOS: realizou-se um estudo de caso-controle na proporção de uma adolescente entre 10 e 19 anos (caso) para duas mulheres entre 20 e 35 anos (controles), totalizando 168 casos e 337 controles. As variáveis reprodutivas analisadas foram: escolaridade, situação marital, procedência, renda familiar per capita em reais, trabalho remunerado, escolaridade da mãe, presença do pai da adolesce...

  4. Terapia nutricional no diabetes gestacional Nutritional therapy in gestational diabetes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia de Carvalho Padilha

    2010-02-01

    Full Text Available Trata-se de uma revisão da literatura científica sobre a terapia nutricional no Diabetes Mellitus Gestacional, sem restrição de data e com fontes primárias indexadas nas bases de dados SciELO, PubMed, Medline. Os resultados desta revisão apontam a intervenção nutricional como uma importante aliada no controle do Diabetes Mellitus Gestacional, trazendo potenciais benefícios à saúde materno-fetal. Na avaliação do estado nutricional materno devem ser empregados os indicadores antropométricos, dietéticos, bioquímicos, clínicos e funcional. Neste sentido, a avaliação dietética deve ser detalhada, com atenção para o fracionamento e composição das refeições, e grupos de alimentos presentes. No planejamento nutricional a distribuição de macronutrientes em relação ao consumo energético diário deve ser 45-65% de carboidratos, 15-20% de proteínas e 20-35% de lipídeos. Quanto a recomendação dos edulcorantes, são liberados para gestantes acesulfame K, aspartame, neotame, sacarina e sucralose. A atividade física também deve fazer parte da estratégia de tratamento do Diabetes Mellitus Gestacional, embora o impacto do exercício nas complicações neonatais ainda mereça ser rigorosamente testado. Ademais, estudos associam a habilidade de aconselhamento nutricional com a melhorara na adesão ao cuidado nutricional. Diante desses achados, para sucesso no controle do DMG são necessários: a participação da equipe inter e multidisciplinar, o cuidado pré-natal precoce, com assistência nutricional oportuna e a garantia da assistência de qualidade ao longo da gestação.This is a scientific literature review about nutritional therapy in gestational diabetes mellitus, without date restriction and using the SciELO, PubMed and Medline databases. The results of this review show that nutritional intervention is an important tool for managing gestational diabetes mellitus, and potentially benefits the mother's and fetal health

  5. Ritmo circadiano e doença vascular encefálica: um estudo de correlação com fatores de risco Circadian rhythm and encephalic vascular disease: a correlative study with risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helio Araújo Oliveira

    2004-06-01

    Full Text Available Os mecanismos biológicos humanos exibem variabilidade clínica previsível no tempo, o que tem permitido reavaliação das práticas médicas atuais, do estudo mais aprofundado do ritmo circadiano (RC e dos mecanismos que geram as oscilações sustentadas em todos os níveis biológicos. Fizemos um estudo procurando relacionar o RC e o momento do aparecimento do quadro clínico neurológico decorrente da lesão vascular do encéfalo com os fatores de risco modificáveis identificados no momento da internação. Foram estudados 53 pacientes, sendo 50,94% (n =27 do sexo feminino e 49,50%(n =26 do masculino, com média de idade de 66,4 anos. Quatro intervalos de 6 horas (0-6; 6-12; 12-18; 18-24 foram usados para análise da freqüência do ictus e da incidência em cada intervalo. Os resultados mostraram 6 (11,32% pacientes no intervalo 0-6 hs; 21 (39,62% no intervalo 6-12 hs; 10 (18,86% no intervalo 12-18 hs; 16 (30,18% no intervalo 18-24 hs. Estudo de correlação com os fatores de risco, baseado nos dados clínicos no momento da internação, mostrou que a hipertensão arterial [(81,25%] e o tabagismo[ (56,25%] predominaram no intervalo 18-24 hs, enquanto o sedentarismo[11; (52,38%] o estresse[11 (52,38%] o diabetes [(47,61%] a hiperlipidemia [8 (38,09%] e o alcoolismo[8 (38,09%] predominaram no intervalo 6-12 hs; as cardiopatias [(50,00%] predominaram no intervalo de 12-18 hs.The human biological mechanisms show a predictable clinical variability in time, which has allowed a deeper reevaluation of present-day medical practices, regarding the circadian rhythm (CR and the mechanisms that produce the supported variations in all biological levels. We have made a study aiming to relate the CR and onset of the neurological clinic situation due to the encephalic vascular lesion, correlating with modifying risk factors. Fifty three patients were studied, 50,94% female (n=27 and 49,50% male (n=26, at average age 66.4 years old. Four intervals of six

  6. Hiperhomocisteinemia e o risco cardiovascular

    OpenAIRE

    Gannabathula Sree Vani

    2002-01-01

    Nível elevado de homocisteína (Hcy) no plasma é considerado fator de risco de doença cardiovascular. Consumo reduzido de vitaminas B6, B12 e ácido fólico tem sido relacionado com hiperhomocisteinemia. O objetivo desse estudo foi verificar o consumo de vitaminas B6, B12 e ácido fólico nas populações urbana e rural, bem como a correlação dos níveis plasmáticos dessas vitaminas com os níveis plasmáticos de Hcy. Também determinamos os níveis séricos de lipídeos e avaliamos o risco cardiovascular ...

  7. PEATE automático em recém nascidos de risco: estudo da sensibilidade e especificidade Automatic ABR in newborns risk: study of sensitivity and specificity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosanna Mariangela Giaffredo Angrisani

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a sensibilidade e especificidade do teste de potencial evocado auditivo de tronco encefálico em equipamento automático (PEATEa, comparando-o ao teste de potencial evocado auditivo de tronco encefálico em equipamento diagnóstico (PEATE em um programa de triagem auditiva neonatal em neonatos de risco. MÉTODO: foram avaliados 186 neonatos, 83 nascidos a termo e 103 pré-termo, sendo 88 do sexo masculino e 98 feminino. A triagem constou de emissões otoacústicas evocadas por estímulos transientes (EOAT, PEATEa e ao PEATE na mesma semana. RESULTADOS: dos 186 neonatos avaliados, 156 (83,9% apresentaram audição normal. A perda condutiva foi encontrada em 9 neonatos (4,8%,sendo 7 bilaterais e 2 unilaterais. A perda auditiva coclear foi observada em 5 neonatos (2,7% sendo um unilateral. Alteração central foi obtida em 11 neonatos (5,9% e um neonato foi diagnosticado como espectro da neuropatia auditiva -ENA(0,5%.Em 4 casos houve atraso maturacional na avaliação inicial com normalização das respostas no mês seguinte Comparando-se os resultados do PEATEa com o PEATE, observou-se alta sensibilidade ( superior a 99% para identificação de perda coclear,condutiva, central, atraso maturacional e ENA .A especificidade do PEATEa foi de 100% para ENA, mediana para perda coclear (75% na OD e 60% na OE, e para alterações centrais (54,5%OD e 63,6% OE. Para identificação de perdas condutivas (inferior a 43%. CONCLUSÃO: o PEATEa foi eficaz na identificação das neuropatias auditivas com elevada especificidade e sensibilidade. Contudo, falsos negativos foram observados para perdas cocleares, condutivas, para alterações centrais e atraso maturacional.PURPOSE: to study the sensitivity and specificity of automatic ABR in comparison to diagnostic ABR of newborns under risk in a neonatal hearing screening program. METHOD: one hundred and eighty six neonates were evaluated, 83 born at term and 103 were pre terms, 88 male and 98

  8. Variáveis reprodutivas e risco para doenças benignas de mama: estudo caso-controle Reproductive variables and risk of benign breast diseases: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ellen E. Hardy

    1990-10-01

    Full Text Available Foram estudadas 257 mulheres com diagnóstico de doença benigna de mama (DBM, atestado por anatomopatológico ou citologia, e um controle para cada uma delas. Foram apresentados resultados das possíveis relações entre variáveis reprodutivas e o risco para DBM. Os casos e controles foram comparados levando em conta a idade na menarca e na menopausa, o número de gravidezes, de meses em que amamentaram e de ciclos menstruais ovulatórios, e os antecedentes familiares de câncer de mama. Mostraram influência significativa, em relação às DBM, a nuliparidade, aumentando o risco enquanto a idade de 30 ou mais anos no primeiro parto o reduziu; o número de ciclos ovulatórios, que foi significativamente maior para os casos, e a média de meses de uso de pílula, menor entre as mulheres com DBM. O uso de contraceptivos orais apresentou um efeito protetor apenas quando a duração total do uso foi maior que dois anos. Os resultados não se revelaram novos ou diferentes se comparados com outros estudos, mas confirmam a relativa concordância entre os fatores de risco para DBM e para câncer de mama, ainda que as relações entre esses fatores e as DBM não sejam tão claras como o são para o câncer, e existam também algumas discrepâncias.The purpose of the study was the identification of risk factors for benign breast diseases (BBD; 257 women with BBD diagnosed through pathological anatomy or citology and a matched control for each were studied. Subjects were selected at The State University of Campinas Hospital and at a private clinic. To enter the study cases had to have a first diagnosis of BBD between October 1979 and August 1984. The following BBD were considered: dysplasia, fibroadenoma, cystic disease, papilloma and ductal ectasia. Reproductive variables were studied as risk factors, including menstrual ovulatory cycles. The date on which the BBD was diagnosed was defined as the index date. For controls, data were considered up to when

  9. Reprodutibilidade de informações em estudo de fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente Reproducibility of information in a study of the risk factors for insulin-dependent diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suely Godoy Agostinho Gimeno

    1997-10-01

    Full Text Available Examina-se, em uma subamostra de 38 casos e 38 controles de um estudo sobre os fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente, a reprodutibilidade de informações obtidas para as variáveis escolaridade da mãe e do pai, peso e comprimento da criança ao nascer, história de episódios graves de diarréia, tempo de aleitamento ao seio e idade da introdução de leite de vaca na alimentação infantil, selecionadas a partir do questionário padronizado utilizado em visita domiciliar. A repetição das perguntas foi feita por telefone. A concordância entre as respostas da primeira e segunda entrevista foi verificada mediante a utilização da estatística kappa (variáveis categóricas e do coeficiente de correlação intraclasse (variáveis quantitativas, para casos e controles separadamente. Os resultados levam a aceitar as informações como reprodutíveis.The reliability of information about mothers' and fathers' education, weight and height at birth, history of diarrhoea, duration of exclusive breast feeding and age of introduction of cows' milk products, selected from a structured questionnaire used in home interviewers was examined in a sample of 38 cases and 38 controls from a study related to the risk factors of insulin-dependent diabetes mellitus. The repetition of the questions was done by telephone. The agreement between the answers of both interviewers was verified using the kappa statistic (categorical variables and the intra-class correlation coefficient (quantitative variables. The results enable one to conclude that the information is reproducible.

  10. Estudo clínico e de fatores de risco associados às alterações cardiovasculares em cães1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olívia M.M. Borges

    Full Text Available RESUMO: O conhecimento clínico das alterações cardíacas em cães é de fundamental importância na formulação de diagnósticos diferenciais e instituição terapêutica na rotina da Clínica Médica de Pequenos Animais. Objetivaram-se com este estudo descrever os aspectos clínicos, epidemiológicos e radiográficos inerentes as alterações cardiovasculares de cães cardiopatas atendidos no Hospital Veterinário de Patos-PB (HV. Para isso foram avaliados os prontuários clínicos de todos os animais atendidos no período de Janeiro de 2007 a Dezembro de 2012, selecionando-se 131 cães (GCARD que apresentavam histórico, alterações clínicas e radiográficas compatíveis com cardiopatia. Para fins comparativos, um grupo controle sem cardiopatia de igual número foi criado (GCON. Para análise estatística foram utilizados o teste de qui-quadrado ou teste exato de Fisher e regressão logística múltipla, com nível de significância de 5%, utilizando-se o programa SPSS 20.0 for Windows. Edema pulmonar e alterações morfológicas cardíacas foram os achados radiográficos mais frequentes. Não houve diferença quanto ao sexo e prevaleceram os animais mais velhos e da raça poodle. Tosse, cansaço e tristeza foram as queixas mais comuns. Sopro, tártaro e alterações oculares foram os sinais clínicos de maior ocorrência. As variáveis relacionadas ao engasgo, tontura/fraqueza, creptação pulmonar, ascite, obesidade, tumor e tártaro foram identificadas como associadas às cardiopatias. O modelo final apresentou ajuste satisfatório (teste de Hosmer e Lemeshow: χ2=0,221; P=0,994; R2 = 0,46. Mesmo que não seja possível determinar o diagnóstico etiológico das cardiopatias, faz-se necessário que um amplo conhecimento clínico e epidemiológico destes seja cada vez mais consolidado, de modo que as consequências fisiopatológicas dos distúrbios cardíacos sejam rapidamente identificados, trazendo qualidade de vida a todos os

  11. Marcadores e fatores de risco para queratoses actínicas e carcinomas basocelulares: um estudo de caso-controle Risk markers and risk factors for actinic keratosis and basal cell carcinoma: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Passos da Rocha

    2004-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: A incidência das neoplasias malignas cutâneas vem aumentando em todo o mundo, havendo pouca informação no Brasil sobre seus marcadores e suas lesões precursoras. OBJETIVOS: Identificar fatores de risco e marcadores cutâneos para essas lesões MÉTODOS: Caso-controle aninhado num estudo de prevalência de base populacional com adultos com idade igual ou superior a 50 anos, moradores da zona urbana de Pelotas. No estudo de prevalência aplicou-se um questionário com questões específicas para rastreamento de possíveis lesões cutâneas malignas ou pré-malignas recentes. As pessoas que responderam afirmativamente foram examinadas por dois médicos especialistas (padrão ouro. Uma subamostra daqueles que responderam não às perguntas já mencionadas foi sorteada e também foi examinada. A amostra total ficou constituída por 288 pessoas: 74 casos positivos, conforme o padrão ouro, e 214 controles sem lesões. O número e o tipo de lesão foram avaliados no momento da consulta com os especialistas. O protocolo continha variáveis sociodemográficas, comportamentais e exame dermatológico. A medida de efeito utilizada foi o Odds Ratio (OR, e para o controle dos fatores de confusão utilizou-se a regressão logística, com modelo hierarquizado RESULTADOS: Na análise multivariada permaneceram significativas as seguintes variáveis: idade 80 anos OR=10,21, pele branca OR=4,85, cabelos loiros/vermelhos OR= 3,69; como marcadores de risco: elastose solar OR=4,35, cutis rhomboidalis nuchae OR= 2,88 e mais de 10 melanoses solares no dorso das mãos OR= 6. CONCLUSÃO: Pessoas idosas, com pele clara, cabelos claros, com elastose solar, cutis rhomboidalis nuchae e grande número de melanoses solares nas mãos têm maior risco de apresentar queratoses actínicas e carcinomas basocelulares.BACKGROUND: Incidence of cutaneous neoplasms is increasing worldwide and there is little information from South Brazil about its markers and

  12. Enfermedad trofoblástica gestacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariel Labrada Salas

    2014-09-01

    Full Text Available Se presenta un caso con enfermedad trofoblástica gestacional de diagnóstico tardío, que debutó con manifestaciones respiratorias, producidas por metástasis pulmonares. Los datos se obtuvieron de la historia clínica de la paciente y, además, se revisó la literatura. Se trata de una paciente de 23 años de edad, con antecedentes de dos abortos espontáneos recientes, que ingresó por manifestaciones clínicas y radiológicas sugestivas de neumonía de la comunidad, con derrame pleural paraneumónico, siendo tratada con antibióticos de amplio espectro sin respuesta adecuada. Después del ingreso apareció dolor en hipogastrio y se le realizó un ultrasonograma ginecológico, que mostró quistes de ovario bilaterales, y una laparoscopía que informó quiste de ovario con compromiso vascular, por lo que se le practicó histerectomía total. Se determinaron niveles elevados de gonadotropina coriónica humana en sangre. En la tomografía axial computarizada de pulmón se observaron imágenes nodulares en ambos campos pulmonares, de aspecto metastásico. El estudio citológico del líquido pleural fue positivo de células neoplásicas. Se planteó el diagnostico de enfermedad trofoblástica con metástasis pulmonares y se inició quimioterapia con metotrexato, con respuesta favorable

  13. Diabetes gestacional na perspectiva de mulheres grávidas hospitalizadas Diabetes gestacional desde la perspectiva de mujeres embarazadas hospitalizadas Gestational diabetes from the perspective of hospitalized pregnant women

    OpenAIRE

    Márcio Flávio Moura Araújo; Sarah Maria Fraxe Pessoa; Marta Maria Coelho Damasceno; Maria Lúcia Zanetti

    2013-01-01

    Estudo qualitativo fenomenológico, que teve como objetivo compreender o significado das experiências vivenciadas por mulheres com diabetes mellitus gestacional. Participaram 12 pacientes internadas em uma maternidade de Fortaleza-CE, Brasil, que manifestaram seus sentimentos e percepções por meio de entrevista aberta e desenhos. O material empírico foi transcrito na íntegra e, posteriormente, organizado e analisado pelo método fenomenológico. Os resultados evidenciaram dois temas: (1) Vivenci...

  14. Estudo de indicadores de prescrição, Interações medicamentosas e Classificação de risco ao feto em prescrições de gestantes da cidade de Mirassol – São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Antônia da Cruz Furini

    2009-12-01

    Full Text Available O uso racional de medicamentos é indispensável para garantir a qualidade e eficácia de um tratamento medicamentoso. Diante disto, a utilização de medicamentos durante a gestação deve ser analisada e acompanhada minuciosamente para minimizar os riscos e possíveis conseqüências ao feto e à gestante. Foram analisadas 100 receitas medicamentosas para gestantes, internadas no Hospital e Maternidade Mãe do Divino Amor na Providência de Deus do município de Mirassol, SP, utilizando os indicadores de prescrição propostos pela OMS, análise de interação medicamentosa por programas informatizados e pela literatura, classificação dos medicamentos encontrados segundo a classificação da segurança do fármaco durante a gravidez prescrita pelo Food and Drug Administration (FDA a Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME e a Classificação Anatomical Therapeutic Chemical (ATC. Na análise dos indicadores de prescrição, nas 100 receitas avaliadas, encontrou-se a média de 2,6 medicamentos por prescrição; 21,5% de medicamentos prescritos pelo nome genérico; 40% delas contendo antibiótico; 59,4% com pelo menos um medicamento injetável e 58 % de medicamentos prescritos, presentes na Lista de Medicamentos Padronizados. Quanto à análise de interações medicamentosas, observa-se a prescrição do antibiótico cefalexina com o antiinflamatório cetoprofeno. Portanto, considerando-se os resultados obtidos no estudo e na revisão da literatura, sugerese que as prescrições de medicamentos neste hospital para gestantes sejam melhor avaliadas segundo riscobenefício, visando à minimização dos efeitos adversos desnecessários, tanto maternos como fetais. Palavras-Chave: Indicadores. Prescrição. Gestantes. Medicamentos.

  15. Fatores de risco sociais, familiares e comportamentais para obesidade em adolescentes Social, familial, and behavioral risk factors for obesity in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Monteiro

    2004-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar fatores de risco sociais, familiares, comportamentais e psicológicos para obesidade na adolescência. MÉTODO: Estudo de casos e controles aninhado a uma coorte de base populacional seguida desde o nascimento, em 1982. Os casos incluíram os adolescentes obesos conforme a definição da Organização Mundial da Saúde. Os controles foram constituídos por uma amostra aleatória da coorte, examinada em 1997 e 1998. Informações sobre fatores de risco foram obtidas dos arquivos da coorte, coletadas em diversas idades. A análise multivariada foi realizada por regressão logística. RESULTADOS: Os fatores de risco variaram conforme o sexo. Em meninos, a renda familiar maior que 1 salário-mínimo ao nascer aumentou o risco de obesidade em 6 vezes; o traço de ansiedade aumentou esse risco em 4 vezes. O risco aumentou em 10% para cada aumento unitário do índice de massa corporal materno pré-gestacional, em ambos os sexos. O peso materno atual, o fumo, a ingestão de gorduras, e o tempo despendido assistindo à televisão e em atividades físicas não se associaram com obesidade. CONCLUSÕES: Os resultados indicam que é importante estratificar por sexo os dados de estudos sobre obesidade. Além disso, os fatores relativos a fases precoces da vida mostraram-se mais fortemente associados com obesidade em adolescentes do que os fatores medidos durante a adolescência. Entretanto, não se pode excluir a possibilidade de viés, por exemplo, em termos da informação fornecida pelos adolescentes acerca de dieta e exercício físico. Sempre que possível, o estudo dos fatores de risco contemporâneos para obesidade em adolescentes deve considerar o papel de fatores precoces na vida como prováveis fontes de confusão.OBJECTIVE: To examine the impact of different social, familial, and behavioral factors on the risk of developing obesity in adolescents. METHODS: We performed a case-control study nested in a population-based cohort

  16. OcupaÃÃo e fatores de risco para diabetes millitus tipo 2: contribuiÃÃo ao estudo do processo saÃde-doenÃa de trabalhadores de saÃde

    OpenAIRE

    VitÃria de CÃssia FÃlix de Almeida

    2007-01-01

    Objetivou-se analisar as inter-relaÃÃes entre ocupaÃÃo e prevalÃncia de fatores de risco para Diabetes Mellitus tipo 2 existentes entre trabalhadores da equipe de enfermagem e demais profissionais e ocupacionais de saÃde, tendo partido da hipÃtese de que, os trabalhadores da equipe de enfermagem, quando comparados a outros que desenvolvem atividades em hospitais, mas no desempenho de outras ocupaÃÃes, apresentariam uma maior prevalÃncia de fatores de risco para o desenvolvimento do diabetes m...

  17. Estudo da presença de fatores de riscos intrínsecos para quedas, em idosos institucionalizados Study of intrinsic risk factors for falls in institutionalized elderly people

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruth Losada de Menezes

    2008-08-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve como objetivo identificar a presença de fatores intrínsecos que predispõem a quedas em idosos moradores em instituições de longa permanência na cidade de Goiânia (GO. Trata-se de estudo descritivo transversal realizado em seis instituições de longa permanência para idosos existentes na cidade de Goiânia. A amostra da investigação constou de 95 idosos que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão. Utilizou-se um questionário contendo dados clínicos relacionados às condições de saúde-doença; dados cognitivos; avaliação da capacidade para as atividades básicas de vida diária e avaliação do equilíbrio e marcha. Os idosos avaliados, no geral, apresentam vários fatores de risco, apontados pela literatura, para quedas, tais como: relato de dificuldade motora em membros inferiores (90%, déficit visual (81,1%, uso de três ou mais medicamentos (59,7%, suspeita de depressão (37,9%, falta de equilíbrio em apoio unipodal (37,9% e altura do passo anormalmente diminuída (32,6%. As informações obtidas nos permitem apontar condições determinantes que aumentam a possibilidade dos eventos queda acontecerem na amostra estudada, sinalizando à necessidade de que estratégias de promoção de saúde, prevenção de agravos e reabilitação devam ser tomadas.The objective of this research was to identify intrinsic risk factors that predispose elderly people living in long-term institutions in the city of Goiânia (GO to falls. The present descriptive transversal study was carried out in six long-term institutions for seniors in the city of Goiânia. The investigated sample consisted of 95 elderly that fitted the inclusion and exclusion criteria. A questionnaire was used for collecting clinical data related to health-disease conditions; cognitive data; capacity to develop basic daily life activities and equilibrium and gait. In general terms, as pointed out the literature, the examined elderly presented

  18. Análise Comparativa de Testes Diagnósticos para Diabete Gestacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Katz Leila

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivos: avaliar os resultados maternos e perinatais de pacientes submetidas à curva glicêmica com 100 g de glicose, de acordo com três diferentes critérios diagnósticos. Métodos: realizou-se estudo do tipo corte transversal, incluindo 210 pacientes assistidas no Instituto Materno-Infantil de Pernambuco (IMIP, submetidas durante a gravidez ao teste oral de tolerância à glicose 100 g (TOTG, com gestação única, sem história de diabete ou intolerância aos carboidratos prévia à gestação e cujo parto foi assistido no IMIP. Estas foram classificadas nos grupos: controles, pacientes com hiperglicemia leve, diabete gestacional (DG de acordo com os critérios de Bertini, de Carpenter e Coustan e do "National Diabetes Data Group" (NDDG. Analisaram-se esses grupos, buscando-se associação entre a classificação das pacientes nos grupos e a presença de pré-eclâmpsia, recém-nascidos grandes para a idade gestacional (GIG e freqüência de cesarianas e natimortos, comparando-se ainda as médias de peso ao nascer. Resultados: a freqüência de DG de acordo com os critérios de Bertini, de Carpenter e Coustan e do NDDG foi de 48,1, 18,1, e 9%, respectivamente, ao passo que a freqüência de hiperglicemia leve foi de 10,5%. A idade das pacientes aumentou progressivamente de acordo com o maior grau de intolerância aos carboidratos. Os grupos não diferiram quanto à freqüência de GIG, cesarianas, natimortos e médias de peso ao nascer. Verificou-se aumento significativo da incidência de pré-eclâmpsia em pacientes com hiperglicemia e DG por Carpenter e Coustan, mas não nos outros grupos. Conclusões: a prevalência de diabete gestacional encontrada variou entre 9 e 48%, de acordo com os diversos critérios, mas não se observaram diferenças significativas nos resultados maternos e perinatais entre os grupos. Critérios muito rígidos de diagnóstico podem levar a diagnóstico excessivo, sem melhora subseqüente do progn

  19. Influência do estado nutricional materno, ganho de peso e consumo energético sobre o crescimento fetal, em gestações de alto risco Influence of maternal nutritional status, weight gain and energy intake on fetal growth in high-risk pregnancies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseli Mieko Yamamoto Nomura

    2012-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a influência do estado nutricional materno, ganho de peso e consumo energético sobre o crescimento fetal em gestações de alto risco. MÉTODOS: Estudo prospectivo de agosto de 2009 a agosto de 2010, com os seguintes critérios de inclusão: puérperas até o 5º dia; gestação de alto risco (caracterizada por complicações médicas ou obstétricas durante a gravidez; feto único e vivo no início do trabalho de parto; parto na instituição; peso materno aferido no dia do parto, e presença de intercorrência clínica e/ou obstétrica caracterizando a gravidez como de alto risco. O estado nutricional foi avaliado pelo índice de massa corporal pré-gestacional e no final da gestação, sendo as pacientes classificadas em: baixo peso, adequado, sobrepeso e obesidade. Para avaliação do consumo energético foi aplicado o Questionário de Frequência de Consumo Alimentar. Foram investigados o ganho de peso materno, dados do parto e resultados perinatais, investigando-se o crescimento fetal pela ocorrência de neonatos pequenos para a idade gestacional e grandes para a idade gestacional. RESULTADOS: Foram incluídas 374 gestantes que constituíram 3 grupos de estudo, de acordo com a adequação do peso do recém-nascido: idade gestacional adequada (270 casos, 72,2%, pequenos para a idade gestacional (91 casos, 24,3% e grandes para a idade gestacional (13 casos, 3,5%. Na análise univariada, as mulheres com neonatos pequenos para a idade gestacional apresentaram média significativamente menor do índice de massa corporal pré-gestacional (23,5 kg/m², pPURPOSE: To analyze the influence of maternal nutritional status, weight gain and energy consumption on fetal growth in high-risk pregnancies. METHODS: A prospective study from August 2009 to August 2010 with the following inclusion criteria: puerperae up to the 5th postpartum day; high-risk singleton pregnancies (characterized by medical or obstetrical complications during

  20. Um estudo acerca do uso da gestão de riscos estratégicos na auditoria de gestão da Marinha do Brasil = A study on the use of strategic risk management in audit of the Navy of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stella Regina Reis da Costa

    2011-03-01

    Full Text Available Em face das novas perspectivas para os trabalhos de auditoria, agora dirigidos para aspectos relacionados ao desempenho da gestão, e pela notoriedade que o debate a respeito do tema possui, a partir das determinações emanadas pelo órgão máximo de fiscalização do Poder Executivo Federal – O Tribunal de Contas da União –, determinados aspectos afetos ao alcance da excelência da gestãoganharam destaque. Neste estudo, procura-se explorar o impacto que a ferramenta de gerenciamento de riscos promove no desempenho dos processos de gestão das Unidades Jurisdicionadas da Marinha do Brasil, sob a ótica dos resultados estratégicos pretendidos pelo órgão, por meio da pesquisa bibliográfica. Diante disto, e tendo em vista as condicionantes impostas pelo Tribunal de Contas, para apresentação das prestações de contas do erário, verificou-se que a necessidade de implantação do Planejamento Estratégico nas unidades administrativas da Marinha do Brasil ficou imperiosa, que os riscos estratégicos mais relevantes dizem respeito à necessidade de pessoal e material, que os riscos operacionais devem ser acompanhados pelos gestores e que o gerenciamento dos riscos em nível estratégico irá requerer o comprometimento e o acompanhamento permanente dos altos escalões da Administração da Marinha. In the light of new perspectives for the audit work, now directed to issues related to performance management, and the notoriety that the debate on the subject has, as of determinations issued by the highest organ of supervision of the Federal Executive - The Court of Audit - affects certain aspects of the scope of management excellence gained prominence. This study attempts to explore the impact that risk management tool in promoting performance management processes of the units under the jurisdiction of the Navy of Brazil, from the perspective of the strategic outcomes sought by the agency, through the literature search. Given this, and in

  1. Preditores Clínicos e Histopatológicos de Tumor Trofoblástico Gestacional pós-Mola Hidatiforme Completa Clinical and Histopathological Predictors of Gestational Trophoblastic Tumor +after Complete Hydatidiform Mole

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izildinha Maestá

    2000-04-01

    Full Text Available Objetivo: definir os preditores clínicos e histopatológicos mais eficientes da evolução da mola hidatiforme completa (MHC para tumor trofoblástico gestacional (TTG. Métodos: estudo prospectivo clínico e histopatológico de todas as portadoras de MHC, atendidas entre 1990 e 1998 no Hospital das Clínicas de Botucatu -- UNESP. A avaliação clínica pré-esvaziamento molar classificou a gravidez molar em: MHC de alto risco e MHC de baixo risco. Foram analisados os preditores clínicos para TTG, estabelecidos por Goldstein et al.¹ e por outros autores2--10. A avaliação histopatológica incluiu a determinação do diagnóstico de MHC, segundo os critérios de Szulman e Surti11, e o reconhecimento dos fatores de risco para TTG, de Ayhan et al.8. Os preditores clínicos e histopatológicos foram correlacionados com o desenvolvimento de TTG pós-molar. Resultados: em 65 portadoras de MHC, cistos do ovário maiores que 6 cm e tamanho uterino maior que 16 cm foram os preditores clínicos mais eficientes de TTG. A proliferação trofoblástica, a atipia nuclear, a necrose/hemorragia, a maturação trofoblástica e a relação cito/sinciciotrofoblasto não foram preditores significativos para TTG. A correlação entre preditor clínico e histopatológico para o desenvolvimento de TTG não foi possível porque nenhum parâmetro histopatológico foi significativo. Conclusões: mais estudos são necessários para avaliar possíveis preditores de persistência (TTG e sua aplicação no contexto clínico das MHC. Enquanto isso, a determinação seriada de hCG sérico permanece o único indicador prognóstico seguro para TTG pós-MHC.Purpose: to determine the most efficient clinical and histopathological predictors of complete hydatidiform mole (CHM after gestational trophoblastic tumors (GTT. Methods: a prospective clinical and histopathological study was performed on all patients with CHM treated at the University Hospital of Botucatu between 1990

  2. Toxoplasmose gestacional: uma revisão da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Micheli Tabile

    2015-07-01

    Full Text Available Justificativa e objetivos. A toxoplasmose é uma doença infecciosa causada pelo parasita Toxoplasma gondiie apresenta elevadas taxas de transmissão vertical, podendo chegar a 65% no terceiro trimestre de gestação. O foco principal foi revisar o diagnóstico e manejo da toxoplasmose gestacional, destacando a importância do rastreio na gestação com solicitação de sorologias precocemente durante o pré-natal. Conteúdo. As principais formas de contrair a toxoplasmose gestacional são a ingestão de carnes mal cozidas e verduras mal lavadas e, ainda, o contato direto ou indireto com oocistos presentes nas fezes de gatos. O diagnóstico da toxoplasmose gestacional é feito através da pesquisa de anticorpos específicos das classes IgG e IgM contra Toxoplasma gondii em amostras de soro e o rastreamento é obrigatório durante o pré-natal. Apesar disso, essa doença apresenta alta prevalência no Brasil, com 60 mil novos casos ao ano, sendo considerado um grave problema de saúde pública. O tratamento varia de acordo com o período gestacional e baseia-se na administração de espiramicina, podendo ou não ser alternado sulfadiazina, pirimetamina e ácido fólinico, tendo como objetivo diminuir as sequelas para o recém nascido. Conclusão: Assim, entende se que para o diagnóstico das infecções agudas a triagem sorológica é amais indicada e para tratamento, uma vez detectada a soroconversão na grávida, deve ser imediatamente iniciada terapêutica com espiramicina. Descritores: Toxoplasma. Toxoplasmose congênita. Doenças transmissíveis. Transmissão vertical de doença infecciosa. Cuidado pré-natal.

  3. Impacto do monitoramento telefônico de gestantes na prevalência da prematuridade e análise dos fatores de risco associados em Piracicaba, São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogerio Antonio Tuon

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo: Objetivou-se verificar o impacto do monitoramento telefônico na prevalência da prematuridade e identificar os fatores de risco associados ao parto prematuro através de estudo transversal, de universo de gestantes monitoradas nos anos de 2010, 2011 e 2012 (n = 2.739. Utilizou-se estimação de modelos de regressão logística múltipla hierarquizada, considerando permanência no modelo p ≤ 0,05. A prevalência de prematuridade foi de 8,34% nas gestantes monitoradas e de 10,18% nas não monitoradas (p = 0,0058, sendo inversamente proporcional ao número de monitoramentos (p < 0,0001. As variáveis associadas foram: idade materna menor que 19 anos, antecedentes de dois ou mais filhos mortos, gestação múltipla, diabetes e hipertensão arterial, menor número de monitoramentos telefônicos, atividades laborais em pé e/ou carga de peso, fumo, número de consultas pré-natal, sem ultrassonografia, diabetes gestacional, gravidez múltipla e anomalia fetal. Com custos baixos, a estratégia demonstrou ser efetiva na redução da ocorrência do parto prematuro.

  4. Riscos e benefícios da triagem genética: o traço falciforme como modelo de estudo em uma população brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Roberto Benedito de Paiva e

    1997-01-01

    Full Text Available A triagem populacional de heterozigotos assintomáticos para fins de orientação genética é um procedimento bastante controvertido, por envolver o risco de rotulação, discriminação, estigmatização, perda de auto-estima e invasão de privacidade. Assim sendo, investigou-se no presente trabalho os efeitos da orientação genética fornecida a indivíduos diagnosticados como heterozigotos do gene da hemoglobina S (heterozigotos AS, portadores do traço falciforme durante a triagem de doadores de sangue. Foram convidados por carta 92 doadores AS para receber orientação genética gratuita e individualizada, 66 dos quais (72% aceitaram o convite. Cerca de 50% dos indivíduos trouxeram a parceira e/ou os filhos para investigação laboratorial das hemoglobinopatias, identificando-se assim alguns casais de risco e algumas crianças com anemia hemolítica crônica. Seis meses após o fornecimento da orientação genética, foi possível avaliar por entrevista pessoal ou por carta-questionário 43 doadores AS (65%, constatando-se uma boa assimilação das informações fornecidas. A orientação genética não produziu mudanças significativas na vida da maioria dos indivíduos e os riscos teóricos da orientação genética não aparecem de forma preocupante na casuística examinada. Foram constatados de forma esporádica, no entanto, indícios de estigmatização, rotulação, discriminação, perda da auto-estima e invasão de privacidade.

  5. Curva dos valores normais de peso fetal estimado por ultra-sonografia segundo a idade gestacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Guilherme Cecatti

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar a evolução do peso fetal estimado em gestações normais de 20 a 42 semanas. Quanto ao desenho e métodos empregados na pesquisa, realizou-se estudo descritivo de um universo constituído por 2.874 gestantes normais da cidade de Campinas, efetuando-se exame ultra-sonográfico obstétrico de rotina com medida da biometria fetal e utilizando-se, para o cálculo do peso fetal, a fórmula de Hadlock et al. (1991. Calcularam-se os valores dos percentis 10, 50 e 90 do peso fetal, por idade gestacional, com construção de curva posteriormente alisada mediante ajuste polinomial de 2º grau. Como resultado, obteve-se que o valor do percentil 50 foi de 368 gramas na 20ª semana, 1.512 gramas na 30ª semana, atingindo 3.417 gramas na 42ª semana. Constatou-se ter havido ganho médio de 200 gramas de peso por semana, de 27 a 38 semanas, a partir de quando o incremento diminuiu. Concluiu-se que a disponibilidade de curva brasileira do peso fetal estimado normal permitirá o diagnóstico pré-natal de seus desvios pela ultra-sonografia.

  6. Estudo sobre os riscos da profissão de estivador do Porto do Mucuripe em Fortaleza Occupational risks among dock workers in the Port of Mucuripe, Fortaleza, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Fábio Gadelha Cavalcante

    2005-12-01

    Full Text Available Os estivadores do Porto do Mucuripe são trabalhadores sem vínculo empregatício com a Companhia Docas do Ceará. Atuam no convés e no porão dos navios, fazendo o embarque, o desembarque e a organização dos contêineres. Neste ambiente de constante exposição a riscos, o médico do trabalho é fundamental na organização de planos de prevenção de acidentes, de educação dos trabalhadores e de monitorização dos riscos. O objetivo do artigo é caracterizar e conhecer o estivador, correlacionar o ambiente portuário e o seu processo produtivo com os fatores de risco e os agravos associados, bem como ressaltar a importância da medicina do trabalho para o controle de tais riscos. O trabalho de campo foi desenvolvido nos meses de janeiro e de fevereiro de 2003, com a aplicação de 60 questionários aos estivadores. A análise dos dados evidencia que os principais problemas de saúde inerentes à profissão de estivador são, entre outros, os distúrbios osteoarticulares (hérnia de disco e desgastes na articulação do joelho e metabólicos (diabetes e hipertensão arterial. Estes se devem não só ao trabalho, mas também e, com grande influência, ao contexto de vida destes profissionais.The stevedores of the Port of Mucuripe are workers without employment bond with the Company Dock of Ceará. They act in the deck and the stowage of the ships, making the embarkment, the landing and the organization of containers. In this environment of constant exposition to risks, occupational physician is basic in the organization of plans of prevention of accidents, education of the workers and monitorization of the risks. The objective of this article is to characterize and to know the stevedore’s job, to correlate the port environment and its productive process with the factors of risk and the damages associates, as well as standing out the importance of the Occupational Medicine for the control of such risks. The fieldwork was developed in the

  7. Analise de risco e retorno: o índice “beta" como medida de risco sistemático

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luzia Maria Mazzeo

    1988-08-01

    Full Text Available This study shows the validity of the index "beta" as a measure of systematic risk in financial markets. It discusses the theoretical model of asset valuation and the close correlation between asset prices and their risk levels. O presente estudo mostra a validade do índice "beta" como medida de risco sistemático no mercado financeiro. Discute-se modelo teórico de avaliação de ativos -CAPM -e a estreita correlação existente entre os preços dos ativos e seus respectivos níveis de risco.

  8. Fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbios alimentares: um estudo em universitárias Risk factors in the development of eating disorders: study in a group of college women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanna Medeiros Rataichesck FIATES

    2001-01-01

    Full Text Available Este trabalho buscou identificar, em mulheres universitárias, aquelas que apresentavam fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbios alimentares. Aplicou-se o questionário Eating Attitudes Test em 221 mulheres (114 estudantes de nutrição e 107 estudantes de outras áreas não relacionadas à saúde. Os resultados indicaram que 22,17% das estudantes apresentaram fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbio alimentar, sendo que no grupo de alunas da nutrição o percentual foi maior (25,43% do que no grupo de estudantes de outros cursos (18,69%. Embora a diferença não tenha sido significativa, as futuras nutricionistas podem estar inseridas em um ambiente mais favorável ao desenvolvimento de distúrbios alimentares.This work studied a group of 221 college women, to identify those who presented risk factors compatible with the development of eating disorders. The Eating Attitudes Test was applied to 221 women (114 nutrition students and 107 students from other areas, unrelated to the health field. Results indicated that 22.17% of the group presented risk factors in the development of an eating disorder. Nutrition students presented a higher percentage (25.43% than the other students (18.69%, but this difference was not significant. However, women who study nutrition may be exposed to an environment more propitious to the development of eating disorders.

  9. Risco de suicídio em jovens com transtornos de ansiedade: estudo de base populacional Riesgo de suicidio en jóvenes con trastornos de ansiedad: estudio de base poblacional Suicide risk in young adults with anxiety disorders: population-based study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moisés Ederson da Silva Rodrigues

    2012-04-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo verificar a relação entre a presença de transtornos de ansiedade e risco de suicídio em jovens. Em delineamento transversal de base populacional, os jovens respondiam a um questionário sobre questões sociodemográficas, comportamentais e de saúde. Avaliou-se o bem-estar psicológico através da Escala de Faces de Andrews e consumo de substâncias foi efetuado pelo Teste de Triagem do Envolvimento com Álcool, Cigarro e Outras Substâncias, (Alcohol, Smoking and Substance Involviment Screening Test - ASSIST. A Mini Internacional Neuropsychiatric Interview 5.0 avaliou transtornos de ansiedade e o risco de suicídio. Dos 1.621 jovens entrevistados, 20,9% apresentaram algum transtorno de ansiedade e 8,6% risco de suicídio. A presença de algum transtorno de ansiedade esteve significativamente associada ao risco de suicídio (RP 6,10 IC95% 3,95 a 9,43. Dessa forma, salienta-se a importância de maior atenção ao risco de suicídio também em pacientes com transtornos de ansiedade.Este estudio tubo por objetivo verificar la relación entre la presencia de trastornos de ansiedad y riesgo de suicidio en jóvenes. En delineamiento transversal de base poblacional, los jóvenes respondían a un cuestionario sobre cuestiones sociodemográficas, comportamentales y de salud. Se evaluó el bienestar psicológico por medio de la escala de fases de Andrews y consumo de sustancias efectuada por la prueba de detección del envolvimiento con alcohol, cigarrillo y otras sustancias, (Alcohol, Smoking and Substance Involviment Screening Test - ASSIST. La Mini Internacional Neuropsychiatric Interview 5.0 evaluó trastornos de ansiedad y el riesgo de suicidio. De los 1.621 jóvenes entrevistados, 20,9% presentaron algún trastorno de ansiedad y 8,6% riesgo de suicidio. La presencia de algún trastorno de ansiedad estuvo significativamente asociada al riesgo de suicidio (RP 6,10 IC95% 3,95 a 9,43. De esa forma, se resalta la

  10. DOES DEPOSIT INSURANCE INDUCE MORAL HAZARD? AN EMPIRICAL STUDY WITH CREDIT UNIONS FROM THE STATE OF MINAS GERAIS O SEGURO-DEPÓSITO INDUZ RISCO MORAL? UM ESTUDO EMPÍRICO COM AS COOPERATIVAS DE CRÉDITO DO ESTADO DE MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Gama Fully Bressan

    2013-01-01

    Full Text Available The deposit insurance mechanism is aimed at the security and liquidity of the financial system. But, paradoxically,  it may end up increasing the instability of  the financial system as a result of  themoral hazard problem. In fact, conflicting interests of the parties coupled with imperfect monitoringcan induce financial institutions under the protection of a deposit insurance system to run into morerisk than  the level recommended by the fund manager.  This study tested the hypothesis that the Deposits Guarantee Fund (FGD has not induced the  moral hazard  problem,  using a panel composed of 62% of credit unions in the state of Minas Gerais affiliated to the Sicoob-Crediminassystem from January 1995 to May 2008. We tested alternative specifications for panel data models using six proxies for the degree of risk exposure of cooperatives as suggested by the literature. Wefound that the preferred model is the fixed e ects model estimated by Feasible Generalized Least Squares.  We could not reject the null hypothesis that the FGD has not induced moral hazard problems.O mecanismo de seguro-depósito objetiva criar segurança e liquidez no sistema financeiro, mas,paradoxalmente, pode gerar instabilidade ao sistema, por conta  do problema de risco moral.  Os interesses conflitantes  das partes, aliados ao monitoramento imperfeito, podem induzir asinstituições financeiras sob a égide do  seguro-depósito  a expor-se a um risco  maior do que opreconizado pelo fundo gestor do fundo. Sob essa perspectiva, o presente estudo testou a hipótesede que o Fundo Garantidor de Depósitos (FGD não induz ao risco moral, de acordo com um painel composto  de 62% das cooperativas de crédito do Estado de Minas Gerais, filiadas ao sistemaSicoob-Crediminas de janeiro de 1995 a maio de 2008. Foram testadas diversas especificações demodelos em painel utilizando-se seis proxies para a mensuração do grau de exposição ao risco das

  11. Fatores de risco associados à hospitalização por bronquiolite aguda no período pós-neonatal Risk factors associated with hospitalization for bronchiolitis in the post-neonatal period

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine P Albernaz

    2003-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a relação entre fatores socioeconômicos, características maternas, aleitamento e hospitalização por bronquiolite no período pós-neonatal. MÉTODOS: Estudo caso-controle, aninhado a estudo de coorte de 5.304 crianças nascidas na cidade de Pelotas, RS. O estudo de coorte constitui-se de quatro subestudos, cada um com métodos e logística específicos. As mães foram entrevistadas por meio de questionário padronizado, em visitas hospitalares e domiciliares. Foram definidos como casos as crianças com idade entre 28 e 364 dias, que haviam sido hospitalizadas por bronquiolite. RESULTADOS: De 5.304 crianças da coorte, 113 (2,1% foram hospitalizadas por bronquiolite. A análise multivariada hierarquizada, realizada pela regressão logística, mostrou os seguintes resultados: renda familiar, assim como idade gestacional, estiveram inversamente relacionadas ao risco de hospitalização por bronquiolite. O aleitamento materno desempenhou um fator protetor; crianças com tempo de aleitamento materno inferior a um mês tiveram risco 7 vezes maior de serem hospitalizadas por bronquiolite aguda nos primeiros três meses de vida. O risco de hospitalização por bronquiolite foi 57% maior naquelas expostas ao fumo materno. CONCLUSÕES: A hospitalização por bronquiolite está inversamente relacionada com renda familiar, idade gestacional e tempo de aleitamento materno, e diretamente relacionada com exposição a fumo materno. Não foi evidenciada associação com paridade ou história materna de asma brônquica.OBJECTIVE: To investigate the relationship between socioeconomic factors, maternal characteristics, breastfeeding, and hospitalization for bronchiolitis in the post-neonatal period. METHODS: A nested case-control study with a cohort of 5,304 children born in the city of Pelotas, Brazil, was conducted. The cohort study consisted of four sub-studies with their own methods and logistics. Mothers were interviewed using a

  12. Impacto do diabetes mellitus gestacional sobre a massa placentária humana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleiton Jonei Reginatto

    2016-05-01

    Full Text Available Introdução: O diabetes mellitus gestacional (DMG é uma alteração patológica do metabolismo energético materno desencadeado pela incapacidade da gestante produzir quantidades suficientes de insulina para compensar a intolerância à glicose desencadeada pela ação do hormônio lactogênio placentário (HPL. Tendo em vista que os níveis plasmáticos do HPL são proporcionais à massa da placenta e que eles são máximos próximo ao período em que a placenta adquire seu maior tamanho e período que a hiperglicemia se manifesta na gestante com DMG, é possível inferir que talvez exista correlação entre a massa placentária e essa doença. Objetivo: Avaliar se existe correlação entre o DMG e a massa placentária. Métodos: Pesquisa descritiva, transversal e com abordagem quantitativa, que foi realizada em um hospital público de Santa Catarina, Brasil. A pesquisa incluiu 20 mulheres grávidas, 10 com e 10 sem DMG, que concordaram em participar do estudo. Resultados: A média das massas das placentas do Grupo Controle foi de 505,63±12,18 g, enquanto a do grupo com DMG foi de 561,00 ±14,25 g. Conclusão: Este estudo sugere que a massa placentária das gestantes com DMG é significativamente maior do que a massa das placentas das gestantes hígidas.

  13. Preditores de sucesso da metformina no tratamento do diabetes mellitus gestacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean Carl Silva

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: identificar características maternas relacionadas à falha no tratamento do diabetes mellitus gestacional (DMG com metformina. MÉTODOS: estudo retrospectivo observacional (julho/2008-setembro/ 2010, com 104 gestantes com DMG que necessitaram de terapêutica complementar a dietoterapia e utilizaram metformina. Dividiram-se em dois grupos: sucesso terapêutico (n=82, onde a droga foi mantida até o parto; outro com falha terapêutica (n=22 onde a droga foi substituída por insulina. Variáveis maternas estudadas: idade, número de partos, ganho de peso na gestação, glicemia de jejum (GJ e 2h no OGTT75g, idade gestacional de diagnóstico de DMG (IGDMG. Variáveis do recém nascido: incidência de RNs GIG e hipoglicemia neonatal. Foram comparadas as características clínico-metabólicas maternas e os resultados perinatais, o nível de significância utilizado foi de 5%. RESULTADOS: apresentaram diferença na IGDMG (27,5 vs 24,3 semanas; p=0,02, no índice de massa corporal (IMC (27,5 vs 31,6 kg/m²; p=0,01, e GJ no OGTT75g (91,5 vs 108 mg/dL; p=0,02, nos grupos de sucesso e falha respectivamente. A falha terapêutica aumentou o índice ponderal dos RNs (2,8 vs 3 g/cm³; p=0,05, incidência de RNs GIG (4,9 vs 22,7%; p=0,02 e hipoglicemia neonatal (6,1 vs 18,2%; p=0,04. Os dados dos RNs foram objetivos secundários. CONCLUSÕES: o diagnóstico precoce, o maior IMC e maior GJ OGTT75g estiveram mais relacionados a falha terapêutica.

  14. Dyslipidemia and the risk of incident hypertension in a population of community-dwelling Brazilian elderly: the Bambuí cohort study of aging Dislipidemia e risco de incidência de hipertensão em uma população de idosos Brasileiros vivendo em comunidade: estudo de coorte de idosos de Bambuí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Polo Dias Freitas

    2011-01-01

    Full Text Available This study aimed to examine the prognostic value of lipid parameters for incident hypertension in elderly living in a community. The study included 306 (81% from total persons aged > 60 years who were free of hypertension and of cardiovascular diseases at the baseline survey of the Bambuí Cohort Study of Aging. The cumulative incidence of hypertension over three years was 37.3%. The relative risk (RR of incident hypertension decreased 0.92 for each unit of HDL-cholesterol (95%CI: 0.86-0.99 independent of several potential confounding factors. Individuals with HDL-cholesterol in the top tercile (> 55mg/dL had a risk of hypertension halve that those in the bottom tercile (RR = 0.54; 95%CI: 0.33-0.90. Other lipid parameters had no significant effect on the outcome. High HDL-cholesterol showed an independent protective effect on subsequent development of hypertension in the elderly.O objetivo do estudo foi examinar o valor prognóstico de parâmetros lipídicos para a incidência de hipertensão arterial em idosos vivendo na comunidade. A pesquisa incluiu 306 (81% do total pessoas com idade > 60 anos que estavam livres de hipertensão e de doenças cardiovasculares na linha de base do Estudo de Coorte de Idosos de Bambuí. A incidência acumulada em três anos da hipertensão arterial foi de 37.3%. O risco relativo (RR para a incidência da hipertensão diminuiu 0,92 para cada unidade de colesterol HDL (IC95%: 0,86-0,99, independente de vários potenciais fatores de confusão. Indivíduos com colesterol HDL no tercil superior (> 55mg/dL apresentaram metade do risco de hipertensão que aqueles no tercil inferior (RR = 0,54; IC95%: 0,33-0,90. Os outros parâmetros lipídicos não apresentaram efeitos estatisticamente significantes sobre o evento. Valores mais altos de colesterol HDL apresentaram efeito protetor para o desenvolvimento da hipertensão em idosos.

  15. Estudo das indicações de partos cesáreas entre hospitais de atendimento ao Sistema Único de Saúde: baixo e alto riscos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Rosa Pellicciari

    2015-10-01

    Full Text Available A alta incidência de partos cesáreas  sem indicações precisas é motivo de preocupação mundial.  As cesáreas sem indicações médicas estão associadas a maiores riscos maternos e fetais. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS não há justificativa, para qualquer região do mundo possuir  taxas de partos cesáreas maiores do que 10-15%.  Este projeto investigou  os fatores indicativos para a  realização de partos cesáreas  entre hospitais da rede SUS em Sorocaba-SP: Hospital Santa Lucinda – HSL (baixo risco e Conjunto Hospitalar de Sorocaba – CHS (alto risco. Durante o período de 03/2014 a 03/2015 foi realizada análise retrospectiva de 300 prontuários das pacientes internadas nestes hospitais. Analisou-se parâmetros maternos sócio-epidemiológicos, reprodutivos, clínicos e  indicações dos partos cesáreas.  No CHS prevaleceu o tipo de parto cesárea (56,3%, enquanto no HSL a porcentagem do parto cesárea foi 32,4% (p<0,001.  Em relação ao tipo de parto anterior, o número de pacientes com cesárea anterior prevalece no HSL: 77% (n=83 em comparação com o CHS: 56,4% (n=62, (p=0,0009.   Em relação às indicações de cesárea, as mais prevalentes no HSL foram: sofrimento fetal agudo: 24% (n=36, falha na indução ao parto: 22% (n=33 e desproporção céfalo-pélvica: 18,7% (n=28. No CHS  as maiores proporções foram: sofrimento fetal agudo: 35,3% (n=53  e iteratividade: 25,3% (n=38 (p<0,0001.  A observação dos resultados demonstra a realização de partos cesáreas em porcentagens superiores àquelas preconizadas pela OMS. Sua redução poderá ser conseguida preparando-se e conscientizando-se melhor a mulher perante a futura parturição, com procedimentos precisos de indução ao parto, utilizando a aplicação de procedimentos analgésicos, e, ainda com a devida prática da extração baixa pelo fórcipe de alívio às parturientes.

  16. A Importância da Controladoria na Gestão de Riscos das Empresas Não-Financeiras: um estudo da percepção de gestores de riscos e controllersThe Controllership Relevance for Risk Management in Non-Financial Companies: a study of risk managers’ and controllers’ perceptionsLa Importancia de la Controladuría en la Gestión de Riesgos en las Empresas No Financieras: estudio de la percepción de gestores de riesgos y controllers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GUIMARÃES, Iolanda Couto

    2009-09-01

    Full Text Available RESUMOO propósito deste estudo é analisar a importância da Controladoria como apoio à gestão de riscos em empresas não-financeiras, na percepção de gestores de riscos e controllers. A gestão de riscos é assunto bastante discutido e difundido no ambiente das instituições financeiras. Naturalmente que incertezas econômicas e, consequentemente, prevenções e controles devem existir também nas empresas não-financeiras. Para que os gestores possam ter segurança nas tomadas de decisões, é imprescindível que tenham suportes instrumentais que propiciem informações tempestivas e adequadas, assegurando-lhes a menor possibilidade de erros e exposição a riscos. Entretanto, discussões acerca da gestão de riscos nas empresas não-financeiras ainda são incipientes no Brasil. Considerando a existência dessa lacuna, este estudo visa a avaliar como a Controladoria vem atuando nas empresas sob a ótica dos riscos e de que forma pode contribuir para o monitoramento de riscos nas empresas não-financeiras. Para o alcance do objetivo proposto, foi realizada uma pesquisa de campo junto às empresas não-financeiras listadas na Bovespa e localizadas na cidade de São Paulo. A pesquisa foi conduzida por meio de questionários enviados a gestores de riscos e controllers, com o objetivo de avaliar sua percepção quanto ao tema. Os resultados obtidos com a pesquisa permitem concluir que a Controladoria fornece suporte à gestão de riscos por meio de informações que contribuem para a mitigação dos riscos nas empresas não-financeiras.ABSTRACTThe purpose of this study is to analyze the Controllership relevance as support risk management in non-financial companies. Risk management is a widely discussed and disseminated subject amongst financial institutions. It is obvious that economic uncertainties and, consequently, prevention and control must also exist in non-financial companies. To enable managers to take safe decisions, it is essential

  17. Estudo da relação entre o nível de atividade física e o risco de quedas em idosas Study of relationship between level of physical activity and risk of falls in older women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Carneiro Silva

    2011-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi comparar os fatores de risco para quedas em idosas com diferentes níveis de atividade física. A amostra foi composta por 50 idosas residentes na comunidade, pareadas pela idade (71,62 + 5,49 anos. Os desfechos avaliados foram número de quedas, fatores de risco avaliados pelo instrumento QuickScreen "test", tempo para realização do teste TUG, medo de cair e auto-percepção de saúde. Para avaliação do nível de atividade foi utilizado o questionário Perfil de Atividade Humana. As idosas foram alocadas para os grupos: inativo (GI n=17, moderadamente ativo (GM n=16 ou ativo (GA n=17. O teste One-Way Anova foi utilizado para comparação dos fatores de risco para quedas entre os grupos GI, GM e GA. Para comparação das variáveis medo de cair e auto-percepção de saúde foi utilizado o teste Mann-Whitney U. O nível de significância foi estabelecido em α=0,05. Foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre os grupos GI x GM, GI x GA, sendo encontrada diferença significativa entre os grupos GM x GA apenas para o TUG. Os resultados sugerem que idosas com níveis de atividade física moderadamente ativo e ativo apresentam menor risco de quedas, comparado a idosas sedentárias.The aim of this study was to compare the risk factors for falls in older women with different levels of physical activity. The sample was composed by 50 community-dwelling older women, matched by age (71,62 + 5,49 years old. The outcomes evaluated were number of falls, risk factors of QuickScreen Test, time to complete the TUG test, fear of falling and self-perception about health. The questionnaire Human Activity Profile was used to evaluate the level of physical activity. The older women were allocated to following groups: inactive (GI n=17, moderate active (GM n=16 or active (GA n=17. One-Way Anova test was used to compare risk factors for falls between GI, GM and GA groups. Mann-Whitney U test was used to compare

  18. Risk factors for chronic non-communicable diseases and the CARMEN Initiative: a population-based study in the South of Brazil Fatores de risco para doenças crônicas não-transmissíveis e a Iniciativa CARMEN: estudo de base populacional no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Fernandes Capilheira

    2008-12-01

    Full Text Available The CARMEN Initiative is a strategy of the Pan American Health Organization and the World Health Organization that proposes population-based interventions to reduce risk factors for chronic non-communicable diseases (CNCD by approaching them simultaneously. The present study aims to provide a baseline for further interventions by the CARMEN Initiative based on a cross-sectional population-based study of 3,100 adults (>20 years old in Pelotas, a city in the South of Brazil. Prevalence of smoking, physical inactivity, diabetes mellitus, hypertension, and excess weight were studied and presented separately and aggregated in various combinations. The most frequent risk factor was physical inactivity (73.2%, followed by excess weight (48.1%. Women were less active and thinner than men. More than half of the sample showed two or three risk factors (53.4%. The combination of physical inactivity and excess weight was observed in 34.7% of the sample, while 10.8% presented physical inactivity, excess weight, and hypertension concurrently. The accumulation of risk factors for CNCD is frequent in the study population and the identification of the most common combinations is essential for planning future interventions.A Iniciativa CARMEN é uma estratégia da Organização Pan-Americana da Saúde e da Organização Mundial da Saúde de combate às doenças crônicas não-transmissíveis, que prevê intervenções populacionais para a redução simultânea de seus fatores de risco. Pretende-se fornecer uma linha de base para intervenções da Iniciativa CARMEN valendo-se de um estudo de base populacional com 3.100 adultos (> 20 anos, moradores de Pelotas, Rio Grande do Sul. Os fatores estudados foram: tabagismo, sedentarismo, diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica e excesso de peso, sendo descritos acumulados, isoladamente e em combinações. O sedentarismo foi o fator de risco mais prevalente (73,2%, seguido do excesso de peso (48,1%. As

  19. Factores de riesgo y eventos cardiovasculares en inmigrantes latinoamericanos adultos en el Distrito Macarena, Sevilla, España: estudio piloto Fatores de risco e eventos cardiovasculares em imigrantes latino americanos adultos no Distrito Macarena, Sevilla, Espanha: estudo piloto Risk factors and cardiovascular events in adult Latin American immigrants in the Macarena District, Seville, Spain: a pilot study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Rafael González-López

    2013-04-01

    Full Text Available Con la finalidad de estimar la prevalencia por autorreporte de factores de riesgo y eventos cardiovasculares en población latinoamericana inmigrante adulta del Distrito 2 (Macarena de Sevilla, se realizó un estudio piloto de investigación descriptiva de corte transversal. Fue utilizado un cuestionario anónimo con autorreporte de factores de riesgo y eventos cardiovasculares. Resultados: participaron 34 personas, (18% de la muestra, media etaria: 31,8 años, residencia media: 6,5 años, mujeres: 52,9%. Prevalencias de factores de riesgo: 8,8% diabetes, 14,7% colesterol elevado y 23,5% hipertensión arterial. Prevalencia de eventos coronarios corresponde a 8,8%: angina de pecho, infarto de miocardio y accidente cerebrovascular: 2,9% para ambos. Se concluye en que la prevalencia de eventos cardiovasculares autorreportados supera la mencionada en la literatura, mereciendo este asunto la atención de los organismos sanitarios. Este dato debe ser tenido en cuenta por enfermería para elaborar planes de cuidados adaptados culturalmente al contexto de este colectivo inmigrante.Este estudo teve como objetivo estimar a prevalência de auto-relato de fatores de risco e eventos cardiovasculares na população latinoamericana imigrante adulta do Distrito 2 (Macarena de Sevilla. Estudo piloto de investigação descritiva de corte transversal, utilizou-se um questionário anônimo com auto-relato de fatores de risco e eventos cardiovasculares. Participaram 34 pessoas, (18% do total da mostra, idade média: 31,8 anos, residência média: 6,5 anos, mulheres: 52.9%. Prevalências de fatores de risco: 8,8% diabetes, 26.5% colesterol elevado e 14,5% hipertensão arterial. Prevalência de eventos coronários é de 8,8%: angina de peito, infarto do miocárdio e acidente cerebrovascular, com 2,9% cada um. A conclusão é que a auto-relatada prevalência de eventos cardiovasculares é maior do que a literatura, esta questão merece a atenção de agências de sa

  20. Risco de quedas em idosos com doença de Parkinson e demência de Alzheimer: um estudo transversal Risk of falls among elderly people with Parkinson's disease and Alzheimer's dementia: a cross-sectional study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G Christofoletti

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar o risco de quedas entre idosos com doença de Parkinson (DP, demência de Alzheimer (DA e saudáveis (controle. Além disso, pretendeu-se analisar as relações do risco de quedas com declínio cognitivo e com nível de atividade física. MÉTODO: vinte idosos, sendo sete com DP (69,57 ± 2,40 anos, seis com DA (77,5 ± 2,32 anos e sete saudáveis (74,71 ± 2,58 anos, foram avaliados por meio dos seguintes instrumentos: Escala de Equilíbrio Funcional de Berg (EEFB, Timed Up and Go test (TUG, Mini-Exame do Estado Mental (MEEM e Questionário Baecke Modificado para Idosos (QBMI. RESULTADOS: O teste de Kruskal-Wallis apontou diferença significativa entre os grupos, tanto em relação à EEFB (KW=9,67, pOBJECTIVE: To compare the risk of falls among elderly people with Parkinson's disease (PD and Alzheimer's dementia (AD and among healthy peers (controls. In addition, the aim was to analyze relationships between risk of falls and cognitive decay and between risk of falls and physical activity. METHOD: Twenty subjects were assessed: seven with PD (69.57 ± 2.40 years, six with AD (77.5 ± 2.32 years and seven healthy peers (74.71 ± 2.58 years. The following instruments were used: Berg Balance Scale (BBS, Timed Up and Go test (TUG, Mini-Mental State Examination (MMSE and Modified Baecke Questionnaire for Older Adults (MBQOA. RESULTS: The Kruskal-Wallis (KW test indicated significant differences between the groups, relating to BBS (KW = 9.67, p<0.01 and TUG (KW = 9.14, p<0.01, for time expended, and KW = 10.04, p<0.01, for number of steps. Bonferroni post-hoc pairs analysis showed that balance was highly compromised in the AD group, such that lower MMSE values were observed. The PD group was characterized by presenting higher levels of physical activity. Spearman's test produced low correlations between MMSE and BBS (r s=0.59; MMSE and TUG (r s=-0.52 and r s=-0.62; MBQOA and BBS (r s=0.54; and MBQOA and TUG (r s=-0.39 and r s=-0

  1. Symphysis-fundal height curve in the diagnosis of fetal growth deviations Curva de altura uterina por edad de gestación y diagnóstico de desvíos del crecimiento fetal Curva de altura uterina por idade gestacional e diagnóstico de desvios do crescimento fetal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Djacyr Magna Cabral Freire

    2010-12-01

    marzo y octubre de 2006, con edad de gestación por encima de 27 semanas. La altura uterina fue medida de acuerdo con técnica recomendada por el Ministerio de la Salud. El patrón-oro fue el peso fetal, estimado por el ultrasonido con base en la curva de referencia brasilera por edad de gestación. Una sub-muestra de 122 casos con pesos neonatales obtenidos hasta siete días después de la estimación del peso fetal, la clasificación de la altura uterina fue comparada con la curva de Lubchenco como estándar-oro. La sensibilidad, la especificidad y los valores predictivos positivo y negativo fueron calculados. Para comparar el desempeño de la sensibilidad entre ambas curvas de altura uterina, se utilizó la prueba chi-cuadrado de McNemar. RESULTADOS: La sensibilidad de la nueva curva para la detección de fetos pequeños para la edad de gestación fue de 51,6%, mientras que la curva del patrón-oro fue significativamente menor (12,5%. En la sub-muestra que tuvo el peso neonatal como estándar-oro, la sensibilidad de la nueva curva de referencia fue de 87,7%, mientras que la del Ministerio de la Salud exhibió 42,9% de sensibilidad para la detección de fetos pequeños para la edad de gestación. CONCLUSIONES: La capacidad diagnóstica de la nueva curva de referencia para detectar fetos pequeños para la edad de gestación fue significativamente mejor que la curva recomendada por el Ministerio de la Salud.OBJETIVO: Validar curva de referência de altura uterina por idade gestacional para o rastreamento de desvios do crescimento fetal e comparar sua performance com a curva-padrão adotada pelo Ministério da Saúde do Brasil. MÉTODOS: Estudo observacional que envolveu 753 gestantes de baixo risco de João Pessoa, PB, entre março e outubro de 2006, com idade gestacional acima de 27 semanas. A altura uterina foi medida de acordo com técnica preconizada pelo Ministério da Saúde. O padrão-ouro foi o peso fetal, estimado pelo ultrassom com base na curva de refer

  2. Complicações obstétricas em gestações com feto portador de anomalia incompatível com a sobrevida neonatal Complicaciones obstétricas en gestaciones con feto portador de anomalía incompatible con la sobrevivencia neonatal Obstetric complications in pregnancies with fetal anomalies incompatible with neonatal survival

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danila Cristina Paquier Sala

    2010-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as complicações obstétricas mais comuns encontradas nos períodos gestacional, parto e puerpério imediato de gestantes com fetos portadores de anomalias incompatíveis com a vida. MÉTODOS: Estudo descritivo, onde avaliou-se 78 prontuários de pacientes atendidas no pré-natal da Disciplina de Medicina Fetal da Universidade Federal de São Paulo que tiveram partos nessa mesma instituição, entre 2000 e 2006. RESULTADOS: As principais complicações obstétricas identificadas foram:variação do volume de líquido amniótico em 68%; abortamento, parto pré-termo e a gravidez prolongada estiveram presentes em 6,4%, 55,1% e 3,8% das gestações, respectivamente; óbito fetal intra-uterino em 17,9%; descolamento prematuro da placenta ocorreu em 6,4% e histerectomia em 2,6%. CONCLUSÃO: Estes resultados sugerem aumento de risco materno em gestações com fetos portadores de anomalias graves, fato que demonstra necessidade de avaliação especializada caso a caso.OBJETIVO: Describir las complicaciones obstétricas más comunes encontradas en los períodos de gestación, parto y puerperio inmediato de embarazadas con fetos portadores de anomalías incompatibles con la vida. MÉTODOS: Se trata de un estudio descriptivo, que evaluó 78 fichas médicas de pacientes atendidos en el prenatal de la Disciplina de Medicina Fetal de la Universidad Federal de Sao Paulo que tuvieron partos en esa misma institución, entre 2000 y 2006. RESULTADOS: Las principales complicaciones obstétricas identificadas fueron: variación del volumen de líquido amniótico en 68%; abortamiento, parto pre-término y embarazo prolongado estuvieron presentes en 6,4%, 55,1% y 3,8% de las gestaciones, respectivamente; muerte fetal intra-uterina en 17,9%; desprendimiento prematuro de la placenta ocurrió en 6,4% e histerectomía en 2,6%. CONCLUSIÓN: Éstos resultados sugieren un aumento del riesgo materno en gestaciones con fetos portadores de anomal

  3. Estudo das características epidemiológicas da dor de crescimento em crianças atendidas em unidade hospitalar do Distrito Federal : avaliação da fibromialgia materna como fator de risco

    OpenAIRE

    Ribeiro, Maria Custódia Machado

    2011-01-01

    Este estudo teve como objetivos avaliar a freqüência de fibromialgia em mães de crianças com dor de crescimento e sua provável associação em 153 crianças procedentes do ambulatório de Pediatria e Reumatologia Pediátrica do Hospital Universitário de Brasília, no período de fevereiro a setembro de 2005. Foram estudadas as características clínicas e epidemiológicas e avaliada a correlação entre enxaqueca materna e presença de dor de crescimento nessas crianças. Foram selecionadas 75 crianças que...

  4. Prevalência de dislipidemias e fatores de risco associados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Braz de Oliveira

    2017-10-01

    Full Text Available Introdução: A dislipidemia caracteriza-se pela elevação dos níveis plasmáticos de colesterol de baixa densidade (LDL-c, redução dos níveis de colesterol de alta densidade (HDL-c e/ou aumento de triglicérides (TG. Essas alterações evidenciam o risco para doenças cardiovasculares (DCV e uma alta probabilidade de ocorrência de morte por eventos coronarianos. Objetivo: Avaliar a prevalência de dislipidemia e fatores de risco associados em pacientes ambulatoriais do hospital universitário da Universidade Federal do Piauí. Métodos: Trata-se de um estudo transversal, no qual a amostra foi constituída por 124 pacientes. Foram analisados os principais fatores de risco modificáveis: sobrepeso e sedentarismo, e não modificáveis: idade e sexo. Resultados: Foram selecionados 137 pacientes para participarem do estudo, porém 13 foram excluídos, pois apresentavam dados incompletos, permanecendo 124 pacientes. Os fatores de risco modificáveis mais prevalentes no estudo foram sobrepeso (75,86% nos homens com dislipidemia e 84,48% nas mulheres com dislipidemia. O sedentarismo foi observado em 69% dos homens com dislipidemia e 61% das mulheres com dislipidemia. Os fatores de risco associados à dislipidemia foram a hipertensão, o diabetes mellitus e o tabagismo. Conclusões: A partir da realização deste estudo foi possível concluir que a maioria dos pacientes não tinha conhecimento prévio de seu perfil lipídico; a dislipidemia mais prevalente foi a hipertrigliceridemia isolada e o fator de risco mais prevalente foi o sobrepeso. Faz-se necessário o maior acompanhamento desses pacientes, aconselhando-os em relação a seus hábitos de vida para que possam ter uma melhor qualidade de vida.

  5. Fatores de risco para mortalidade fetal em uma maternidade do Sistema Único de Saúde, Rio de Janeiro, Brasil: estudo caso-controle Risk factors for fetal mortality in a public maternity hospital in Rio de Janeiro, Brazil: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Costa Fonseca

    2010-02-01

    Full Text Available A mortalidade fetal, apesar de elevada no Brasil, é pouco estudada quanto à sua determinação. Um estudo caso-controle aninhado foi feito para investigar os determinantes da mortalidade fetal em uma população usuária dos serviços públicos de uma região do Rio de Janeiro, de 2002 a 2004. Os dados foram coletados por meio de entrevista com as puérperas e complementados em prontuários e cartões de pré-natal. Os casos foram óbitos fetais com peso igual ou superior a 500g e os controles foram nascidos vivos no mesmo período. Para análise estatística, usou-se um modelo hierárquico de fatores sócio-econômicos e psicossociais (nível distal, reprodutivos, comportamentais e assistenciais (intermediário e características biológicas do feto (proximal. Destacaram-se vínculo empregatício, situação marital estável, acompanhante na admissão e pré-natal adequado como protetores de mortalidade fetal, enquanto violência doméstica, morbidade na gravidez e crescimento fetal restrito aumentaram o risco. O pré-natal se mostrou importante estratégia de redução do risco nesta população.Stillbirth rate is high in Brazil, and it is important to identify its determinants. A nested case-control was conducted to explore the determinants of fetal death in a population treated at public services in Rio de Janeiro from 2002 to 2004. Data were collected from mothers' interviews and medical records. A structured model was proposed to perform statistical analysis, attributing hierarchical levels: socioeconomic factors (distal level, reproductive, behavioral, and healthcare determinants (intermediate level, and fetal biological characteristics (proximal level. According to the findings, work stability, stable marital status, presence of a companion during admission, and adequate prenatal care had a protective effect against fetal death, while domestic violence, maternal morbidity, and intrauterine growth restriction increased the risk. Quality

  6. Mapeamento das áreas de risco de inundação com a utilização do modelo digital de elevação hidrologicamente consistente: estudo de caso em Muriaé

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson Avelar Guimarães

    2009-08-01

    Full Text Available A inundação de áreas urbanas tem sido um grave problema que vários municípios têm enfrentado nos últimos anos, em períodos de chuvas. A ocupação do solo no município de Muriaé - MG, tem-se dado de maneira bastante desordenada e dirigindo-se principalmente para as regiões planas, especialmente para as áreas de inundação do rio Muriaé. A motivação para este estudo surgiu da necessidade de fornecer informações para o processo de tomada de decisão por parte do administrador municipal no sentido de suas políticas públicas. Por esta razão, foi gerado um Modelo Digital de Elevação Hidrologicamente Consistente (MDEHC, a partir de um levantamento planialtimétrico para a caracterização do relevo. De posse do MDEHC foram realizadas simulações, variando altitudes de inundações com o objetivo de determinar quais os bairros que seriam afetados e suas respectivas áreas. Outra análise constitui em realizar a interseção do mapa de imóveis do município com as simulações para determinar o número de residências atingidas pelas inundações simuladas. Os resultados mostraram alta suscetibilidade do perímetro urbano à inundação, em especial o bairro Barra, que para a simulação de uma inundação de 192 metros de altitude, apresentou 27,46% de sua área inundada e cerca de 1440 imóveis atingidos. A metodologia aplicada neste estudo mostrou-ser satisfatória desde que os dados necessários para a caracterização de relevo sejam confiáveis.

  7. Saúde mental na atenção básica: um estudo epidemiológico baseado no enfoque de risco Salud mental en la atención básica: un estudio epidemiologico basado en el enfoque de riesgo Mental health in the basic attention: an epidemic study based on the risk focus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábia Barbosa de Andrade

    2009-10-01

    Full Text Available As transformações de cunho social-político e econômico ocorrido nas últimas décadas repercutem em todos os setores da sociedade. Fato que traz transformações para a saúde mental da população. Teve como objetivo realizar a população com risco para adoecimento mental. Trata-se de um estudo epidemiológico de corte transversal realizado em uma comunidade de João Pessoa-PB, utilizando-se Self Report Questionnaire-20 (SRQ-20. Observou-se associação do Risco para Depressão e Ansiedade com o sexo feminino (59,40%, faixa etária de 40 a 65 anos (66%, ocupação de serviços domésticos (65,5%. Somos levados a reconhecer que o sofrimento mental tem crescido relativamente na amostra estudada e a partir dessa constatação faz-se necessário uma atenção imediata aos problemas de saúde mental nas pessoas da comunidade.Las transformaciones de carácter social, político y económico ocurridas en las últimas décadas repercuten en todos los sectores de la sociedad. Y no se pueden dejar de considerar las transformaciones ejercen en la salud mental de la población. Con el objetivo de investigar el risco para enfermedad mental en una comunidad de João Pessoa, se trata del un estudio de tipo epidemiológico de corte transversal, donde se aplicó el Self Report Questionnaire-20 (SRQ-20. Se observó asociación de Riesgo para Depresión y Ansiedad con el sexo femenino (59,40%, en el intervalo de edad de 40 a 65 años (66%, en la ocupación de servicios domésticos (65,5. Somos llevados a reconocer que el sufrimiento mental creció relativamente en la muestra estudiada e a partir de esta constatación se hace necesaria una atención inmediata a los problemas de salud mental de las personas de la comunidad.The transformations of stamp social, political and economical happened in the last decades they rebound significantly in all the sections of the society. And if it cannot leave of considering the influences of those transformations for the

  8. Risk factors for esophageal cancer in non-smokers and non-drinkers: a case-control study in Uruguay Fatores de risco para o câncer esofágico em não usuários de tabaco e bebida alcoólica: um estudo caso-controle no Uruguai

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alvaro L. Ronco

    2004-12-01

    Full Text Available In order to analyze possible associations of lifestyle factors with esophageal cancer among non-smokers and non-drinkers, the authors carried out the present study. Special emphasis was placed on the analysis of "mate" (infusion of the herb Ilex paraguariensis drinking, which has been associated with most cancers of the upper aerodigestive tract. The study was conducted at the Instituto Nacional de Oncología in Montevideo, Uruguay. Data corresponded to 73 esophageal cancer cases and 219 controls. A detailed questionnaire included sections on sociodemographic variables, occupation, family history of cancer, "mate" drinking, and a restricted list of dietary items including: red meat, processed meat, salted meat, barbecue, milk, fresh vegetables and fruits. Odds ratios (ORs were estimated by unconditional logistic regression, adjusting for major potential confounders, including age, sex, education, urban/rural status and region of birth. Moderate increases in risk were observed for: daily "mate" consumption (OR=2.2, age of quitting (OR=2.02, duration (OR=2.49 and intensity (OR=1.91, most of which were statistically significant. Consequently, our report demonstrates a particular role for "mate" consumption on esophageal cancer in Uruguay, regardless of other well-known risk factors.Os autores realizaram o presente estudo para analisar possíveis associações de fatores de estilo de vida com o câncer esofágico em não usuários de tabaco e bebida alcoólica. Foi especialmente enfatizada a análise do "mate" (infusão da erva Ilex paraguariensis, que tem sido associado à maioria dos cânceres do trato aerodigestivo. O estudo foi realizado no Instituto Nacional de Oncología em Montevidéu, Uruguai. Os dados correspondem a 73 casos de câncer esofágico e 219 controles. Um detalhado questionário incluiu seções de variáveis sócio-demográficas, ocupação, história familiar de câncer, consumo de "mate" e uma relação restritiva de itens da

  9. Dietary patterns and risk of oral cancer: a case-control study in São Paulo, Brazil Padrões dietéticos e risco de câncer oral: estudo caso-controle em São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dirce Maria Lobo Marchioni

    2007-02-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To analyze the association between dietary patterns and oral cancer. METHODS: The study, part of a Latin American multicenter hospital-based case-control study, was conducted in São Paulo, Southeastern Brazil, between November 1998 and March 2002 and included 366 incident cases of oral cancer and 469 controls, frequency-matched with cases by sex and age. Dietary data were collected using a food frequency questionnaire. The risk associated with the intake of food groups defined a posteriori, through factor analysis (called factors, was assessed. The first factor, labeled "prudent," was characterized by the intake of vegetables, fruit, cheese, and poultry. The second factor, "traditional," consisted of the intake of rice, pasta, pulses, and meat. The third factor, "snacks," was characterized as the intake of bread, butter, salami, cheese, cakes, and desserts. The fourth, "monotonous," was inversely associated with the intake of fruit, vegetables and most other food items. Factor scores for each component retained were calculated for cases and controls. After categorization of factor scores into tertiles according to the distribution of controls, odds ratios and 95% confidence intervals were calculated using unconditional multiple logistic regression. RESULTS: "Traditional" factor showed an inverse association with cancer (OR=0.51; 95% CI: 0.32; 0.81, p-value for trend 0.14, whereas "monotonous" was positively associated with the outcome (OR=1.78; 95% CI: 1.78; 2.85, p-value for trend OBJETIVO: Analisar padrões dietéticos relacionados com o câncer oral. MÉTODOS: Estudo caso-controle de base hospitalar, parte de um estudo multicêntrico na América Latina, foi realizado em São Paulo entre novembro de 1998 e março de 2003 em 366 casos incidentes de câncer oral e 469 controles, pareados por freqüência de sexo e idade. O inquérito dietético foi realizado por questionário de freqüência alimentar. Analisou-se o risco associado

  10. A cross-sectional study of factors underlying the risk of female nurses' suffering abuse by their partners Estudio transversal sobre factores de riesgo de sufrir violencia por compañero íntimo en la mujer enfermera Estudo transversal sobre fatores de risco de violência por parceiro íntimo entre enfermeiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María-Aurora Rodríguez-Borrego

    2012-02-01

    Full Text Available This study aimed to identify factors underlying the risk of suffering abuse by a partner. A cross-sectional study of 622 female nurses was accomplished, randomly chosen at their place of work, at a hospital and health centers. We used a self-administered validated questionnaire that covered psychological, physical and sexual abuse, complemented by a set of sociodemographic questions. The nurses at most risk of being abused by their partners were those who supported their family by their own salary (Odds Ratio: 2.41 [0.63-9.15], those who lived with dependents (Odds Ratio: 4.27 [1.43-2.78] and had a partner from social class IIIa (Odds Ratio: 2.62 [1.37-5.00]. The data appear to indicate financial independence as a risk factor for this type of abuse.Se tuvo por objetivo investigar los factores de riesgo relacionados al maltrato por compañero íntimo. Se trata de un estudio transversal realizado en 622 enfermeras, elegidas por aleatorización de sus lugares de trabajo, Hospitales y Centros de Salud. Se utilizó un cuestionario autoadministrado sobre maltratos psicológico, físico y sexual, complementado con preguntas de carácter sociodemográfico. Las mujeres enfermeras con mayor probabilidad de sufrir violencia del compañero íntimo fueron las que mantienen la familia con su salario (Odds Ratio: 2,41 [0,63-9,15], las que conviven con hijos (Odds Ratio: 4,27 [1,43-2,78] y las con pareja de clase social IIIa (Odds Ratio: 2.62 [1.37-5.00]. Se concluye que los datos parecen indicar que la independencia constituye un riesgo de maltrato.O objetivo deste estudo foi identificar os fatores de risco de abuso por parceiro íntimo entre enfermeiras. Trata-se de estudo transversal, realizado com 622 enfermeiras, selecionadas aleatoriamente nos seus locais de trabalho (hospitais e centros de saúde. Utilizou-se um questionário autoadministrado sobre maus-tratos psicológico, físico e sexual, complementado com perguntas de caráter sociodemográfico. As

  11. Estado nutricional materno, ganho de peso gestacional e peso ao nascer Maternal nutritional status, gestational weight gain and birth weight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Suely de Oliveira Melo

    2007-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Tanto o estado nutricional materno como o ganho de peso gestacional vem sendo estudado em relação ao papel determinante que desempenham sobre o crescimento fetal e o peso ao nascer. O peso inadequado ao nascer é uma das grandes preocupações da saúde pública devido ao aumento da morbimortalidade no primeiro ano de vida e ao maior risco de desenvolver doenças na vida adulta, tais como a síndrome metabólica, nos casos de baixo peso, e diabetes e obesidade, nos casos de macrossomia. O objetivo deste trabalho foi descrever uma coorte de gestantes, classificando-as de acordo com o estado nutricional inicial, o ganho ponderal gestacional, a resistência nas artérias uterinas e o peso dos recém-nascidos. MÉTODOS: foi acompanhada, a cada quatro semanas gestacionais, uma coorte de 115 gestantes atendidas pelo Programa de Saúde da Família do município de Campina Grande, PB. O estado nutricional inicial foi determinado através do índice de massa corporal (kg/m² para a idade gestacional, e as gestantes classificadas de acordo com os critérios de Atalah. Na 20ª semana, foi estudada a resistência das artérias uterinas, através da dopplervelocimetria. RESULTADOS: o estado nutricional inicial mostrou uma alta prevalência de sobrepeso e obesidade (27%, e uma prevalência significante de desnutrição (23%. Um alto percentual de gestantes ganhou peso excessivo tanto no segundo (44% como no terceiro trimestre (45%. A distribuição do peso ao nascer, indicou uma incidência de 10% de baixo peso e de 9% de macrossomia. Observou-se ainda, uma alta prevalência de incisuras nas artérias uterinas.INTRODUCTION: Maternal nutritional status and gestational weight gain have been addressed because of their importance to fetal growth and birth weight. Inadequate birth weight is a major concern to public health given it has been associated with increasing morbidity-mortality during the first year of life and with increased risks of

  12. Modelagem Bayesiana do risco de infecção tuberculosa para estudos com perdas de seguimento Modelaje Bayesiano del riesgo de infección tuberculosa para estudios con pérdidas de seguimiento Bayesian model for the risk of tuberculosis infection for studies with individuals lost to follow-up

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Zangiacomi Martinez

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Desenvolver um modelo estatístico baseado em métodos Bayesianos para estimar o risco de infecção tuberculosa em estudos com perdas de seguimento, comparando-o com um modelo clássico determinístico. MÉTODOS: O modelo estocástico proposto é baseado em um algoritmo de amostradores de Gibbs, utilizando as informações de perdas de seguimento ao final de um estudo longitudinal. Para simular o número desconhecido de indivíduos reatores ao final do estudo e perdas de seguimento, mas não reatores no tempo inicial, uma variável latente foi introduzida no novo modelo. Apresenta-se um exercício de aplicação de ambos os modelos para comparação das estimativas geradas. RESULTADOS: As estimativas pontuais fornecidas por ambos os modelos são próximas, mas o modelo Bayesiano apresentou a vantagem de trazer os intervalos de credibilidade como medidas da variabilidade amostral dos parâmetros estimados. CONCLUSÕES: O modelo Bayesiano pode ser útil em estudos longitudinais com baixa adesão ao seguimento.OBJETIVO: Desarrollar un modelo estadístico en basado en métodos Bayesianos para estimar el riesgo de infección tuberculosa en estudios con pérdidas de seguimiento, comparándolo con un modelo clásico deterministico. MÉTODOS: El modelo estocástico propuesto se basa en un algoritmo de muestreadotes de Gibbs, utilizando las informaciones de pérdidas de seguimiento al final de un estudio longitudinal. Para simular el número desconocido de individuos reactores al final del estudio y pérdidas de seguimiento, pero no reactores en el tiempo inicial, una variable latente fue introducida en el nuevo modelo. Se presenta un ejercicio de aplicación de ambos modelos para comparación de las estimaciones generadas. RESULTADOS: Las estimaciones puntuales suministradas por ambos modelos son próximas, pero el modelo Bayesiano presentó la ventaja de traer los intervalos de credibilidad como medidas de variabilidad muestral de los par

  13. Sexualidade de puérperas com bebês de risco La sexualidad de puérperas con bebés de riesgo Sexuality patterns of mothers with high-risk infants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leda Maria Belentani

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar possíveis alterações na sexualidade de mulheres que experienciaram o puerpério com bebês de risco. MÉTODOS: Estudo do tipo coorte realizado com 193 puérperas que tiveram filhos nascidos entre maio e outubro de 2008 e incluídos no Programa de Vigilância ao Recém-nascido de Risco de Maringá-PR. Os dados foram coletados por meio de entrevista semi-struturada em duas visitas domiciliares, aos 45 dias e seis meses pós-parto. RESULTADOS: Entre as puérperas participantes 45,8% e 26,3% afirmaram que sua sexualidade estava pior do que antes da gravidez, respectivamente, aos 45 dias e seis meses após o parto. Não foi observada associação estatística entre sexualidade e qualquer variável aos 45 dias, mas o foi aos seis meses, após o parto em relação às intercorrências na gravidez (p=0,0259 e convívio com o companheiro (p=0,0093. CONCLUSÃO: Mães de recém-nascidos de risco, em especial, as que apresentaram intercorrência gestacional, necessitam de acompanhamento multidisciplinar e a longo prazoOBJETIVO: Identificar posibles alteraciones en la sexualidad de mujeres que experimentaron el puerperio con bebés de riesgo. MÉTODOS: Estudio de tipo cohorte realizado con 193 puérperas que tuvieron hijos nacidos entre mayo y octubre del 2008 e incluidos en el Programa de Vigilancia al Recién nacido de Riesgo de Maringá-PR. Los datos fueron recolectados por medio de una entrevista semi-estructurada en dos visitas domiciliarias, a los 45 días y seis meses post parto. RESULTADOS: Entre las puérperas participantes el 45,8% y el 26,3% afirmaron que su sexualidad estaba peor que antes del embarazo, a los 45 días y seis meses después del parto, respectivamente. No fue observada la asociación estadística entre sexualidad y cualquier variable a los 45 días, mas sí a los seis meses, después del parto en relación a las intercurrencias en el embarazo (p=0,0259 y convivencia con el compañero (p=0,0093. CONCLUSI

  14. Alterações morfológicas placentárias de recém-nascidos pequenos para a idade gestacional Changes in placental morphology of small for gestational age newborns

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcio H. Oliveira

    2002-09-01

    Full Text Available Objetivo: verificar a morfologia placentária de recém-nascidos a termo pequenos para a idade gestacional, tendo como hipótese a existência mais freqüente de alterações placentárias em recém-nascidos pequenos para a idade gestacional do que em adequados para a idade gestacional. Métodos: realizou-se estudo transversal, na maternidade Terezinha de Jesus, em Juiz de Fora, MG, no período compreendido entre fevereiro e novembro de 1996, no qual foram coletados dados referentes a cinqüenta recém-nascidos a termo, estimados como pequenos para a idade gestacional. Como grupo controle, foram incluídos recém-nascidos a termo, estimados como adequados para a idade gestacional, randomizados na proporção de um controle para cada caso. Dos 100 recém-nascidos participantes do estudo, foram obtidas as placentas, cordão umbilical e membranas, que foram examinados no Laboratório de Histologia e Embriologia do Departamento de Morfologia da UFJF e no Departamento de Anatomia Patológica e Medicina Legal da UFMG. As mães foram entrevistadas, e os recém-nascidos avaliados quanto à idade gestacional, peso, comprimento e perímetro cefálico. Resultados: as placentas dos recém-nascidos pequenos para a idade gestacional apresentaram maior incidência de corioamnionite, infarto placentário, deposição perivilosa extensa de fibrina e vilosite crônica em focos múltiplos de localização parabasal, além de mostrarem menor peso e menores diâmetros em relação às placentas do grupo de recém-nascidos adequados para a idade gestacional (p Objective: to verify changes in placental morphology of small for gestational age newborns, considering that the occurrence of placental alterations is more frequent in small for gestational age (SGA infants than in appropriate for gestational age (AGA infants. Methods: fifty SGA newborns were included in a cross-sectional study, which involved gross anatomy and light microscopy of placenta, membranes and

  15. Acompanhamento do desenvolvimento da linguagem de lactentes de risco para surdez Follow-up of language development in infants with risk factors for hearing loss

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Maria Zaratini Fernandes

    2011-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar o desenvolvimento da linguagem, de acordo com o gênero, idade gestacional e peso ao nascimento, aos quatro, oito e 12 meses, de lactentes que permaneceram em UTI Neonatal e que apresentaram um ou mais indicadores de risco para perda auditiva de aparecimento tardio. MÉTODOS: Estudo longitudinal de lactentes nascidos entre agosto de 2007 e julho de 2008 que, na UTI, apresentaram resultado normal no Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico, e que necessitaram de monitoramento audiológico e de linguagem, por apresentarem indicadores de risco para perda auditiva. Os lactentes foram avaliados no 4º, 8º e 12° meses de vida por meio da Escala de Aquisições Iniciais de Linguagem. RESULTADOS: Compareceram a todas as avaliações 87 lactentes e 60 (69% apresentaram como indicador de risco a permanência na UTI associada à hipertensão pulmonar. Na Escala de Aquisições Iniciais de Linguagem, nove lactentes apresentaram alterações aos quatro meses e 11 lactentes aos oito meses de idade. Aos 12 meses, 18 (20,6% lactentes apresentaram alteração e desses, cinco tiveram atraso nos meses anteriores. Os dados estatísticos demonstraram que resultados alterados aos quatro e oito meses podem predizer dificuldades nas respostas dos lactentes aos 12 meses. Houve o aparecimento de desvios transitórios no desenvolvimento da linguagem oral, normalizados na maioria dos casos. CONCLUSÃO: Deve-se realizar a avaliação de linguagem no primeiro ano de vida a fim de monitorar possíveis atrasos em lactentes com indicador de risco para surdez.PURPOSE: To compare language development, according to gender, gestational age and birth weight, at four, eight and 12 months of life, of infants who remained in the Neonate Intensive Care Unit, who presented at least one risk factor for hearing loss with delayed onset. METHODS: Longitudinal study of infants born between August 2007 and July 2008, who, in the Intensive Care Unit (ICU, showed

  16. Estudo epidemiológico e avaliação de fatores de risco da infecção por Toxoplasma gondii e achados clinico-patológicos da infecção aguda em cães admitidos em um Hospital Escola Veterinário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelita D. Strital

    Full Text Available RESUMO: Esse trabalho teve como objetivo estudar a prevalência e respectivos fatores de risco para infecção do Toxoplasma gondii em cães provenientes de uma população hospitalar. Além disso, avaliou-se as taxas de ocorrência e as repercussões clínico-patológicas da infecção aguda pelo T. gondii nesses animais. Anticorpos foram detectados em 7% (26/386 da população estudada, composta de 386 cães de ambos os sexos e diferentes raças e idades. Somente as variáveis, ingestão de vísceras, origem rural e contato com bovinos apresentaram valores significativos com p<0.05. Adicionalmente os cães de origem rural apresentaram maiores risco (OD=7.00 de infecção do que aqueles de origem urbana. Em 6,5% (25/386 foram detectados títulos de contato (entre 16 e 256; esses títulos não significam necessariamente infecção aguda e sim apenas exposição prévia. É de fundamental importância o reconhecimento da infecção prévia por T. gondii nesses pacientes hospitalares. Dependendo da causa da admissão, mesmo não sendo a toxoplasmose a responsável, o paciente deve receber o tratamento anti-protozoário profilaticamente ou ser monitorado para posterior tratamento em caso de reagudização da enfermidade por recrudescência dos bradizoítos encistados. Apenas um animal (3.44%, 1/386 foi admitido com titulação elevada, o qual pode ser sugestivo de infecção aguda (titulo de 4096. Embora o animal com infecção aguda tenha sido apresentado com sinais neurológicos, cautela é necessária para não extrapolar uma falsa interpretação que a toxoplasmose é a grande responsável por quadros neurológico, uma vez que inúmeros outros casos incluídos nesse estudo tinham manifestações neurológicas e não tinham títulos de infecção aguda, nem mesmo título de contato prévio. A toxoplasmose aguda não foi uma afecção clínica expressiva nessa ambiência hospitalar, no entanto diagnóstico diferencial deve ser feito nos pacientes

  17. Vitamina A e diabetes gestacional Vitamin A and gestational diabetes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Queiroz de Lira

    2010-01-01

    Full Text Available O diabetes mellitus (DM, patologia de caráter crônico e evolutivo, atualmente apresenta configuração de epidemia mundial. O diabetes gestacional, condição associada tanto à resistência à insulina quanto à diminuição da função das células-β, também caracteriza-se pela elevada incidência em diversas populações e grupos étnicos. Recentemente têm sido constatadas fortes evidências para o comprometimento dos níveis de retinol de gestantes com DM em resposta à evolução dessa patologia. Essa condição torna as gestantes diabéticas mais propensas a apresentar estado bioquímico marginal ou deficiente em vitamina A quando comparadas com as de gestação saudável. Dessa maneira, tendo conhecimento sobre o papel fisiológico da vitamina A e as consequências do DM na gestação, esta revisão visa esclarecer o impacto da instalação do DM sobre os níveis de retinol dessas gestantes, bem como, as consequências que o estado de deficiência em vitamina A poderá causar para essas mulheres e para seus lactantes.Diabetes mellitus (DM a pathology with chronic evolution, has now acquired a connotation of global epidemic. Gestational diabetes, a condition associated with insulin resistance and decreased β-cells function is also characterized by a high incidence in different populations and ethnic groups. Recently strong evidence has been found for involvement of retinol levels of pregnant women with DM due to the pathology’s evolution. This condition makes these diabetics prone to have a marginal biochemical profile or a vitamin A deficiency when compared to those of healthy pregnant women. Therefore, with an awareness of the physiological role of vitamin A and consequences of diabetes during pregnancy, this review intends to clarify the impact of DM on retinol levels of these pregnant women and the consequences that vitamin A deficiency may cause to these women and their infants.

  18. Displasia broncopulmonar: incidência, fatores de risco e utilização de recursos em uma população sul-americana de recém-nascidos de muito baixo peso Bronchopulmonary dysplasia: incidence, risk factors and resource utilization in a population of South-American very low birth weight infants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jose L. Tapia

    2006-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a incidência de displasia broncopulmonar, os fatores de risco e a utilização de recursos em uma ampla população sul-americana de recém-nascidos de muito baixo peso ao nascer MÉTODOS: Dados prospectivamente registrados de crianças com peso ao nascer entre 500 a 1.500 g, nascidas em 16 centros neonatais pertencendo à rede NEOCOSUR entre 10/2000 a 12/2003. A análise multivariada de Poisson com variância robusta foi utilizada para determinar os fatores de risco relativo e intervalo de confiança de 95% que afetam o risco de apresentação de displasia broncopulmonar RESULTADOS: Foram analisados 1.825 recém-nascidos de muito baixo peso ao nascer. As médias de peso ao nascer e a idade gestacional foram de 1.085±279g e 29±3 semanas, respectivamente. A incidência de displasia broncopulmonar foi de 24,4%, e a sobrevida sem displasia broncopulmonar aumentou quanto maior foi a idade gestacional. Maior peso ao nascer, maior idade gestacional e sexo feminino estiveram associados a um menor risco de displasia broncopulmonar. Aumentaram o risco de displasia broncopulmonar: ventilação mecânica, necessidade de surfactante, escape aéreo, persistência do canal arterial, sepse tardia e enterocolite necrotizante. As crianças com displasia broncopulmonar requerem um maior tempo hospitalização (91±27 versus 51±19, de ventilação mecânica (19±20 versus 4±7 e de oxigenioterapia (72±30 versus 8±14. CONCLUSÕES: A incidência de displasia broncopulmonar foi de 24,4% em uma ampla população sul-americana e se relaciona com uma maior utilização de recursos. Os fatores de risco associados à displasia broncopulmonar encontrados nesse estudo foram: ventilação mecânica, necessidade de surfactante, escape aéreo, persistência do canal arterial, sepse tardia e enterocolite necrotizante. As informações contidas neste estudo podem ser úteis para o delineamento de estratégias perinatais de prevenção da morbidade

  19. Gerenciamento de Riscos em Programas de Aventura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor López-Richard

    2013-02-01

    Full Text Available o gerenciamento de riscos em programas de aventura será analisado de maneira sistemática neste trabalho. Os elementos que conformam os padrões de precaução em atividades comerciais de aventura serão tratados de forma crítica. V árias questões relacionadas à polêmica do credenciamento e certificação de programas comerciais de aventura serão analisadas. Os principais conceitos relativos à segurança na concepção, no planejamento, no monitoramento e na execução de programas turísticos de aventura e eventos na natureza serão abordados. Após a revisão conceitual, será exposto o resultado do estudo dos elementos de gerenciamento de riscos, introduzidos na legislação que rege a implementação da política de desenvolvimento do turismo sustentável no Município de Brotas. Risk management in adventure programs has been systematically analyzed within this work. The elements that integrate the standards of care in commercial adventure programming have been critically approached. Different questions related to the debate on accreditation and certification of adventure programs. The main concepts regarding safety during the conception, planning, monitoring, and execution of adventure tourism programs and events in the wild have been also approached. Following this conceptual revision, the result of the study of risk management topics introduced in the legislation related to the policy of sustainable tourism development in Brotas borough will be displayed.

  20. Factores de risco em implantologia

    OpenAIRE

    Sousa, Inês Silveira e Luz Nunes de

    2015-01-01

    A Implantologia tem ganho popularidade na medicina dentária pelos resultados previsíveis em reabilitações de áreas edêntulas, permitindo minimizar as consequências funcionais, fonéticas e estéticas que advém da perda de dentes através de uma solução fixa que satizfaz os pacientes. Esta é uma revisão da literatura existente sobre factores de risco, fracassos e complicações inerentes ao tratamento com implantes dentários. Categorizam-se os factores de risco em implantologia co...

  1. A violência doméstica como indicador de risco no rastreamento da depressão pós-parto Domestic violence as a risk factor in the screening of for post-partum depression

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosiane Mattar

    2007-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: apurar a freqüência de risco para depressão pós-parto (DP em puérperas de hospital de São Paulo, região Sudeste do Brasil, e determinar fatores associados - entre eles a violência doméstica (VD. MÉTODOS: estudo descritivo, tipo corte transversal. Participaram 133 mulheres, que tiveram partos com idade gestacional de 20 semanas ou mais, no período de agosto a setembro de 2005, em maternidade terciária em São Paulo (Brasil. Foram entrevistadas empregando-se a versão em português do Abuse Assessment Screen para o diagnóstico de violência e responderam questionário de auto-avaliação do risco de DP (Edinburgh Postnatal Depression Scale. As variáveis foram representadas por freqüências absoluta e relativa. A associação entre as variáveis de interesse e DP foi avaliada pelo teste do chi2 ou exato de Fisher. Adotou-se o nível de significância de 5%. RESULTADOS: o risco de DP foi identificado em 24 puérperas (18%. Das mulheres entrevistadas, 38,3% referiram história de abusos. Observou-se associação entre a ocorrência de VD após os 15 anos de idade e o risco de depressão (p=0,03. A ocorrência de abusos no grupo de mulheres com probabilidade de apresentar DP foi de 58,3%, proporção significativamente maior do que a observada no grupo controle com 33,9%. CONCLUSÕES: a probabilidade de apresentar depressão foi alta entre as puérperas assistidas em maternidade terciária da região Sudeste do Brasil. A VD sofrida após os 15 anos de idade esteve estatisticamente associada ao risco de DP.PURPOSE: to assess the prevalence of the risk of post-partum depression in women in the post-natal ward of a hospital in São Paulo city, in the southeastern region of Brazil, and analyze the associated factors, including domestic violence (DV. METHODS: this was a descriptive, cross-sectional study. The participants were 133 women with at least 20 weeks of gestation age, who delivered their babies from August to September

  2. Sintomas e fatores de risco para asma entre escolares piauienses

    OpenAIRE

    Castro, Gessianne Carvalho; Sousa, Lívia Kênia de Carvalho; Vera, Paula Valentina de Sousa; Lima, Luisa Helena de Oliveira; Oliveira, Edina Araújo Rodrigues; Lima, Rúbia Fernanda Santos; Magalhães, Luis Fernando Beserra; Araújo, Nileide Lima; Lopes, Marcos Venícios de Oliveira

    2012-01-01

    OBJETIVOS: Analisar a prevalência de sintomas de asma entre escolares de seis a sete anos do município de Picos-PI; e identificar fatores de risco associados à doença. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com crianças de 6 e 7 anos de Picos em novembro de 2010 a maio de 2011. Para coletar os dados, foi utilizado um formulário adaptado do Internacional Study of Asthma and Allergies in Childhood. Os dados foram analisados com base na estatística descritiva e analítica. RESULTADOS: Dentre as 23...

  3. Voo livre: práticas aventureiras e condutas de risco por entre as montanhas de Minas

    OpenAIRE

    da Paixão, Jairo António

    2011-01-01

    RESUMO: O presente estudo analisou as condutas de risco de praticantes de vôo livreem Minas Gerais. A amostra foi constituída de 109 (cento e nove) praticantes das modalidades de parapente e asa delta, com média de idade de 30 (trinta) anos;considerou-se o desvio-padrão com significância < 0,05%. O método de estudo utilizado foi o descritivo-exploratório. A coleta de dados foi feita a partir de um questionário, validado segundo a técnica Delphi. Os resultados mostraram que o risco vivenciado ...

  4. Riesgo cardiovascular, calidad de Vida y años de vida ajustados por calidad: un estudio de caso Risco cardiovascular, qualidade de vida e anos de vida ajustados por qualidade: um estudo de caso Cardiovascular risk, quality of life and quality-adjusted years of life: a case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Lorena Duque Henao

    2010-03-01

    Full Text Available Objetivo: determinar la razón costo-utilidad de un programa de promoción y prevención de enfermedades cardiovasculares (ECV en una institución que presta servicios de salud en la ciudad de Medellín (Colombia. Metodología: se comparó el programa preventivo con el esquema de control convencional bajo el diseño de un estudio cuasiexperimental de evaluación antes y después con grupo control no equivalente. Entre los grupos de estudio se evaluaron diferencias al final del primero y segundo año de los siguientes resultados: puntaje de Framingham, costo directo para el programa, calidad de vida, índice de salud y años de vida ajustados por calidad. Resultados: entre los grupos evaluados se encontró diferencia estadísticamente significante entre los momentos inicial y final para las variables: puntaje de Framingham, índice de salud y años de vida ajustados por calidad. Conclusión: la participación de los pacientes en programa de promoción y prevención de ECV está relacionado con reducción en el riesgo y mejoría en la calidad de vida.Objetivo: determinar a razão custo-utilidade de um programa de promoção e prevenção de doenças cardiovasculares (ECV numa instituição que presta serviços de saúde na cidade de Medellín (Colômbia. Metodologia: comparou-se o programa preventivo com o esquema de controle convencional sob o desenho de um estudo quase-experimental de avaliação antes e depois com grupo controle não equivalente. Entre os grupos de estudo se avaliaram diferenças ao final do primeiro e segundo ano dos seguintes resultados: pontuação de Framingham, custo direto para o programa, qualidade de vida, índice de saúde e anos de vida ajustados por qualidade. Resultados: entre os grupos avaliados se encontrou diferença estatisticamente significante entre os momentos inicial e final para as variáveis: pontuação de Framingham, índice de saúde e anos de vida ajustados por qualidade. Conclusão: a participa

  5. Marketing Virtual: Separando o Joio do Trigo... Os Riscos Inerentes e Manipulados no E-commerce

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle Helena Kovacs

    2010-03-01

    Full Text Available O objetivo desta investigação foi realizar uma análise sobre os riscos inerentes e os manipulados na compra pela internet. A pesquisa teve o intuito de averiguar a necessidade de separação desses riscos, visto que, em grande parte dos estudos, não é realizada essa distinção, sendo agrupados os riscos de uma maneira geral. O estudo teve um caráter exploratório-descritivo de corte transversal, tendo sido realizado em duas etapas. Inicialmente foram conduzidas entrevistas com 20 compradores do varejo eletrônico. Posteriormente foi realizado um levantamento, em que foi estabelecida uma parceria com a E-bit, tendo o link do instrumento de coleta de dados sido enviado para 2.000 usuários cadastrados no banco de dados da instituição. Foram obtidos 692 questionários válidos. As análises fatoriais empregadas indicaram a necessidade da divisão dos riscos em inerentes e manipulados, reforçando a teoria inicial de Bettman (1973. A presente pesquisa traz, como principal contribuição, a recomendação aos futuros investigadores dessa área sobre a importância de considerar e, principalmente, empregar separadamente a análise dos riscos inerentes e a análise dos riscos manipulados em estudos do comportamento do consumidor nas compras on-line. DOI: 10.5585/remark.v8i2.2139

  6. Distribuição por gênero de ácido úrico sérico e fatores de risco cardiovascular: estudo populacional Distribución por género del ácido úrico sérico y factores de riesgo cardiovascular: estudio poblacional Gender distribution of serum uric acid and cardiovascular risk factors: population based study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Lamego Rodrigues

    2012-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Não há dados relativos à epidemiologia da hiperuricemia em estudos brasileiros de base populacional. OBJETIVO: Investigar a distribuição de ácido úrico sérico e sua relação com variáveis demográficas e cardiovasculares. MÉTODOS: Estudamos 1.346 indivíduos. A hiperuricemia foi definida como > 6,8 e > 5,4 mg/dL para homens e mulheres, respectivamente. A síndrome metabólica (SM foi definida utilizando-se os critérios NCEP ATP III. RESULTADOS: A prevalência de hiperuricemia foi de 13,2%. A associação de ácido úrico sérico (AUS com fatores de risco cardiovasculares foi específica para o gênero: em mulheres, maiores níveis de AUS estiveram associados com IMC elevado, mesmo após ajustes da pressão arterial sistólica para idade (PAS. Em homens, a relação do AUS com o colesterol HDL esteve mediada pelo IMC, enquanto em mulheres, o AUS mostrou-se semelhante e dependente do IMC, independentemente dos níveis glicose e presença de hipertensão. Nos homens, os triglicerídeos, a circunferência abdominal (CA e a PAS explicaram 11%, 4% e 1% da variabilidade do AUS, respectivamente. Nas mulheres, a circunferência abdominal e os triglicerídeos explicaram 9% e 1% da variabilidade de AUS, respectivamente. Em comparação com o primeiro quartil, homens e mulheres no quarto quartil apresentavam 3,29 e 4,18 vezes mais de aumento de risco de SM, respectivamente. As mulheres apresentaram uma prevalência quase três vezes maior de diabetes melito. Homens normotensos com MS apresentaram maiores níveis de AUS, independente do IMC. CONCLUSÃO: Nossos resultados parecem justificar a necessidade de uma avaliação baseada no gênero em relação à associação do AUS com fatores de risco cardiovasculares, que se mostraram mais acentuados em mulheres. A SM esteve positivamente associada com AUS elevado, independentemente do gênero. A obesidade abdominal e a hipertrigliceridemia foram os principais fatores associados com a

  7. Forma clínica e fatores de risco associados ao estrabismo na binocularidade visual

    OpenAIRE

    Maria Nice Araujo Moraes Rocha; Aline Sanches; Flávia Fernandes Pessoa; Gladsonda Silva Braz; Larah Pereira Rego; Luíza Jácomo Auad; Pâmela de Castro Araujo Ribeiro

    2016-01-01

    RESUMO Objetivo: Identificar e analisar fatores de risco associados ao estrabismo, dados oftalmológicos e antecedentes pessoais e familiares. Métodos: Estudo prospectivo, descritivo e analítico realizado com 240 pacientes que consultaram pela primeira vez nos ambulatórios de estrabismo. Foram avaliadas a frequência e associação entre estrabismo, dados de exames oftalmológicos e antecedentes pessoais e familiares para identificação dos fatores de risco. Resultados: Observou-se maior prevalê...

  8. A transferência de risco de crédito em cadeias de suprimentos

    OpenAIRE

    Jorge, Ricardo Reolon

    2010-01-01

    Este estudo teve com objetivo verificar a potencial transmissão de riscos de crédito entre empresas de uma mesma cadeia de suprimentos, o tempo em que ocorre a máxima transmissão e sua magnitude. As análises foram realizadas em cadeias de suprimentos conhecidas pela academia como cadeias enxutas e cadeias ágeis, limitando-se aos dois elos principais das cadeias selecionadas – comércio e indústria. Os resultados mostraram que a transmissão de risco de crédito é observável na maioria dos casos,...

  9. Um estudo comparativo sobre a identificação dos riscos ocupacionais por trabalhadores de enfermagem de duas Unidades Básicas de Saúde do município de São Paulo Un estudio comparativo sobre la identificación de los riesgos ocupacionales por trabajadores de enfermería de duas Unidades Basicas de Salud del municipio de São Paulo A comparative study about identification of occupational risks by nursing workers of two Basic Health Units of São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cassia Gengo e Silva

    2002-03-01

    Full Text Available Os riscos ocupacionais do trabalho de enfermagem em Unidades Básicas de Saúde (UBS não têm sido frequentemente abordados, o que nos estimulou a realizar este estudo com os objetivos de comparar a percepção dos trabalhadores deenfermagem de duas UBS sobre esses riscos e estabelecer um paralelo sobre os problemas de saúde relacionados com a suaexposição. Os dados foram coletados através da entrevista e analisados segundo suas frequências relativa e absoluta ecoeficientes de risco. Os maiores coeficientes de risco estão relacionados a exposição aos riscos biológicos. Conclui-se que os trabalhadores têm dificuldade em apreender a gênese dos riscos ocupacionais.Los riesgos ocupacionales del trabajo de enfermeria en Unidades Básicas de Salud (UBS no han sido frecuentemente abordados, lo que nos estimuló en realizar este estudio con el objetivo de comparar la percepción de los trabajadores de enfermería de dos UBS sobre estos riesgos y establecer un paralelo sobre los problemas de salud relacionados con suexposición. Los datos fueron recolectados a través de una entrevista y analizados según sus frecuencias relativa, absolutay coeficientes de riesgo. Los mayores coeficientes de riesgo estan relacionados a la exposición de riesgos biológicos. Seconcluye que los trabaj adores tienen dificultades en aprender la génesis de los riesgos ocupacionales.Occupational risks of nursing work in Basic Health Units have not been study frequently, so it stimulate us to develop this paper, whose objective are: to compare the perception of nursing workers of two Basic Health Units about these risks and toestablish a parallel between the health problems with their exposition to occupational risks- Data were collected by aninterview and were analyzed according to their frequencies. Biological risks were observed more frequently. The conclusionsshow that nursing workers have difficult to understand the genesis of occupational risks.

  10. Sífilis gestacional: enfermedad de interés en salud pública, Córdoba-Colombia, 2015

    OpenAIRE

    Concepción Amador Ahumada; Mónica Hanna Lavalle; Marilyn Villadiego Chamorro

    2017-01-01

    Introducción: Córdoba notificó en 2010, 240 casos de sífilis gestacional e inició una agresiva estrategia para controlar esta enfermedad de interés en salud pública; este estudio realizó un comparativo del comportamiento de sífilis gestacional. Materiales y Métodos: Estudio descriptivo, retrospectivo. Se analizó la información contenida en 97 casos de sífilis gestacional confirmados durante las primeras 15 semanas epidemiológicas de 2012 a 2015. Resultados: El grupo etario más afectado fue de...

  11. SÍFILIS GESTACIONAL: ENFERMEDAD DE INTERÉS EN SALUD PÚBLICA, CÓRDOBA-COLOMBIA, 2015

    OpenAIRE

    Ahumada, Concepción Amador; Lavalle, Mónica Hanna; Chamorro, Marilyn Villadiego

    2017-01-01

    RESUMEN Introducción: Córdoba notificó en 2010, 240 casos de sífilis gestacional e inició una agresiva estrategia para controlar esta enfermedad de interés en salud pública; este estudio realizó un comparativo del comportamiento de sífilis gestacional. Materiales y Métodos: Estudio descriptivo, retrospectivo. Se analizó la información contenida en 97 casos de sífilis gestacional confirmados durante las primeras 15 semanas epidemiológicas de 2012 a 2015. Resultados: El grupo etario más af...

  12. Variáveis pessoais e contextuais associadas a comportamentos de risco em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jana Gonçalves Zappe

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Este estudo investigou o engajamento de adolescentes brasileiros em comportamentos de risco (uso de substâncias, comportamento sexual de risco, comportamento antissocial e comportamento suicida, buscando identificar os fatores de risco e proteção pessoais e contextuais mais associados com esses comportamentos. Métodos Participaram 1.332 adolescentes de 12 a 19 anos (M = 15,68; DP = 1,60, de ambos os sexos. Resultados O engajamento em comportamentos de risco variou em função da idade e do sexo, e o uso de substâncias foi o tipo de comportamento de risco mais prevalente entre os que foram investigados. Os fatores significativamente associados à adoção desses comportamentos foram violência intra- e extrafamiliar, ter amigos próximos ou familiares que usam drogas, eventos estressores e elevado nível de autoeficácia; enquanto os fatores que se mostraram protetores foram elevado nível de autoestima, expectativas positivas quanto ao futuro e percepção de positividade nas relações com família, escola, religião e comunidade. Conclusão O estudo permitiu identificar algumas características da manifestação de comportamentos de risco na adolescência, com destaque para a prevalência mais alta do uso de substâncias e a coocorrência de diferentes tipos de comportamentos de risco. Dentre os fatores de risco mais associados com o engajamento em comportamentos de risco, destacaram-se a presença de eventos estressores ao longo da vida e a proximidade com amigos que usam drogas. A partir disso, sugere-se investir na minimização de fatores de risco e na potencialização de fatores protetivos para a promoção do desenvolvimento saudável durante a adolescência.

  13. Riscos ocupacionais e gestão ergonómica em postos de trabalho com utilização de equipamento informático

    OpenAIRE

    Neto, Signalda de Sousa

    2015-01-01

    Os riscos ocupacionais têm sido uma problemática nos postos de trabalho dotados de visor. Esta problemática carece de um estudo mais aprofundado, uma vez que a prevenção contínua contribui para o sucesso dos locais de trabalho. Este estudo pretende descrever a incidência/prevalência dos riscos laborais a que os profissionais cuja atividade requer o uso de equipamento de informática estão expostos. O objeto de estudo concentra a recolha de várias informações nos colaboradores, d...

  14. Riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Silvia Ferrari Lavrador

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há poucos estudos sobre riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade. OBJETIVO: Avaliar repercussões metabólicas associadas a diferentes graus de obesidade em adolescentes e seu impacto nos riscos cardiovasculares. MÉTODOS: Estudo transversal com 80 adolescentes obesos, divididos em dois grupos: 22,5, denominados obesos com menor e maior grau de obesidade, respectivamente. Foram realizados exame físico e avaliação bioquímica e de composição corporal. Para a análise estatística, foram aplicados os testes t-Student e qui-quadrado, com a finalidade de comparar os dois grupos. Modelo logístico múltiplo foi utilizado para verificar as associações entre variáveis bioquímicas e grau de obesidade. Foram desenvolvidos escores de risco para doença cardiovascular, de acordo com o número de alterações encontradas nas seguintes variáveis: glicemia de jejum, triglicérides, HDL e PA. Foram verificadas associações entre esses escores e o grau de obesidade. RESULTADOS: Os dois grupos diferiram em valores de peso, circunferência da cintura, glicemia e insulina de jejum, HOMA-IR, triglicérides, HDL, PA e medidas de composição corporal (p<0,05. Os adolescentes com maior grau de obesidade apresentaram maiores frequências de alterações para glicemia, HOMA-IR, triglicérides, HDL e pressão arterial (p<0,05. O modelo logístico mostrou associações entre o grau de obesidade e as variáveis: HDL (OR=5,43, PA (OR=4,29, TG (OR=3,12. O escore de risco demonstrou que 57,7% dos adolescentes com maiores graus de obesidade tinham duas ou mais alterações metabólicas para 16,7% do outro grupo (p<0,001. CONCLUSÃO: O grau da obesidade influenciou no aparecimento de alterações que compõem a síndrome metabólica, aumentando o risco cardiovascular.

  15. Produção científica sobre o sistema de controles internos e gestão de riscos: um estudo sócio-bibliométrico dos artigos contábeis publicados em língua inglesa, no período de 2000-2010

    OpenAIRE

    Teixeira, Gislene Silveira Barros

    2011-01-01

    As decisões, atividades e operações empreendidas pelos gestores de riscos nas organizações dão lugar a várias áreas de incerteza, as quais podem decorrer da aplicação da legislação ou de fatores particulares. Tais fatores corroboram na acentuação de relevância dos controles internos para a gestão de riscos, atividades de compliance (verificação de conformidade legal) e auditoria interna. Para tanto, diversas estruturas de controle para auxílio a profissionais na avaliação dos riscos esperados...

  16. Fatores dentais como risco para o desenvolvimento de carcinoma epidermóide de boca

    OpenAIRE

    Abdo, Evandro Neves; Pordeus, Isabela Almeida; Gomez, Ricardo Santiago; Mesquita, Ricardo Alves

    2016-01-01

    Os autores apresentam uma revisão da literatura sobre a participação dos fatores dentais como risco para o desenvolvimento do carcinoma epidermóide de boca (CEB). O uso de próteses removíveis não tem sido correlacionado como risco. A participação de bordas irritantes de dentes e próteses removíveis não foicomprovada na literatura. Embora a má higiene bucal seja considerada como risco, a literatura considera como pouco expressiva em relação ao uso do fumo e álcool. Novos estudos são necessário...

  17. O risco do uso de drogas no trabalho portuário: estudo no extremo sul do Brasil El riesgo del uso de drogas en el trabajo portuario: estudio en el extremo sur del Brasil The risk of the use of drugs in the harbour work: study in the southern extreme of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorgana Fernanda de Souza Soares

    2007-12-01

    Full Text Available Este é um estudo quantitativo, exploratório e descritivo. Objetivou identificar a realidade do uso de drogas entre os trabalhadores portuários avulsos no microambiente portuário, no extremo sul do Brasil. A amostra constituiu-se de 306 trabalhadores. Os dados foram coletados através de entrevista estruturada e individual e analisados quantitativamente. Dos participantes, 43,14% responderam que seus colegas já trabalharam sob o efeito de drogas, e as mais utilizadas foram o álcool (94,70% e a maconha (77,27%. O motivo apontado com maior freqüência para o uso foi a dependência (40,15%. O conhecimento da realidade do usuário de drogas e a preocupação com o uso em ambientes de trabalho tornam-se ferramentas importantes para o enfermeiro, posicionando-o como colaborador e parceiro na sensibilização dos indivíduos para a diminuição dos riscos decorrentes do uso de drogas na vida do trabalhador e no ambiente de trabalho.Esto es un estudio cuantitativo, exploratorio y descriptivo. Objetiva identificar la realidad del uso de drogas entre los trabajadores portuarios autónomos en el micro ambiente portuario, en la extremidad del sur del Brasil. La muestra consistió en 306 trabajadores. Los datos fueran recogidos a través de entrevista estructurada, individual y analizada de modo cuantitativo. De los participantes, 43.14% habían contestado a que sus colegas habían trabajado sobre el efecto de drogas y las más utilizadas fueron el alcohol (94.70% y la marihuana (77.27%. La razón apuntada con mayor frecuencia fue la dependencia (40.15%. El conocimiento de la realidad del usuario de drogas y la preocupación con el uso en ambientes de trabajo, se convierten en herramientas importantes para el enfermero, localizando lo como colaborador y compañero en la sensibilización de los individuos para la reducción de los riesgos consecuentes del uso de drogas en la vida del trabajador y en el ambiente de trabajo.This is a quantitative

  18. Identification of risk factors for death from tetanus in Pernambuco, Brazil: a case-control study Identificação de fatores de risco para morte por tétano em Pernambuco, Brasil: um estudo de caso-controle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Demócrito B. MIRANDA-FILHO

    2000-12-01

    Full Text Available A case-control study was conducted to identify risk factors for death from tetanus in the State of Pernambuco, Brazil. Information was obtained from medical records of 152 cases and 152 controls, admitted to the tetanus unit in the State University Hospital, in Recife, from 1990 to 1995. Variables were grouped in three different sets. Crude and adjusted odds ratios, p-values and 95% confidence intervals were estimated. Variables selected in the multivariate analysis in each set were controlled for the effect of those selected in the others. All factors related to the disease progression - incubation period, time elapsed between the occurrence of the first tetanus symptom and admission, and period of onset - showed a statistically significant association with death from tetanus. Similarly, signs and/or symptoms occurring on admission or in the following 24 hours (second set: reflex spasms, neck stiffness, respiratory signs/symptoms and respiratory failure requiring artificial ventilation (third set were associated with death from tetanus even when adjusted for the effect of the others.Um estudo de caso-controle foi conduzido no Estado de Pernambuco, Brasil, para identificar fatores de risco para morte por tétano. As informações foram obtidas dos prontuários médicos de 152 casos e 152 controles, admitidos na Unidade de Tétano do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, na cidade do Recife, de 1990 a 1995. As variáveis foram agrupadas em três diferentes conjuntos. Foram estimados os "odds ratios" brutos e ajustados, o intervalo de confiança de 95% e o valor de "p". As variáveis selecionadas na análise multivariada em cada conjunto, foram controladas para os efeitos daquelas selecionadas nos demais. Todos os fatores relacionados à progressão da doença - período de incubação, tempo decorrido entre o primeiro sintoma de tétano e a admissão no hospital, e período de progressão - mostraram uma associação estatisticamente significante

  19. Nutrição precoce de neonatos prematuros estáveis e pequenos para a idade gestacional: um ensaio clínico randomizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shmuel Arnon

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Examinar o efeito da nutrição precoce sobre o tempo para atingir a nutrição completa em neonatos prematuros (PIG estáveis pequenos para a idade gestacional. MÉTODO: Os neonatos prematuros com idade gestacional inferior a 37 semanas e peso ao nascer inferior a 10% foram alocados aleatoriamente para um regime de nutrição precoce (nas primeiras 24 horas de vida ou tardia (após as primeiras 24 horas de vida. Todos os neonatos apresentaram uma evidência intrauterina de fluxo diastólico reverso ou ausente. Os neonatos incapazes de iniciar uma nutrição precoce foram excluídos. O tempo para a alimentação completa, a progressão da nutrição e morbidez correspondente foram comparados. A eletrogastrografia (EGG foi utilizada para mensurar a motilidade gástrica pré e pós-prandial no segundo e no sétimo dias após o início da nutrição. RESULTADOS: Foram incluídos 60 neonatos no estudo, sendo 30 em cada grupo. Os neonatos incluídos no regime de nutrição precoce atingiram a nutrição enteral completa antes dos neonatos do grupo de controle (98±80-157 em comparação a 172±1 23-261 horas de idade, respectivamente; p = 0,004 e recebiam alta hospitalar antes (p = 0,04. Nenhuma enterocolite necrosante (ECN foi comprovada em ambos os grupos de estudo. A motilidade gástrica melhorou no sétimo dia após o início da nutrição em ambos os grupos de estudo, sem diferença entre eles. CONCLUSÕES: Os neonatos prematuros PIG estáveis em regime de nutrição precoce atingiram alimentação enteral completa e receberam alta hospitalar significativamente antes que aqueles em regime de nutrição tardio, sem morbidez excedente.

  20. Nacimiento de niños pequeños para la edad gestacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mónica Elena Couceiro

    2017-05-01

    Full Text Available Señor editor: Ya que la prevalencia de niños pequeños para la edad gestacional (PEG es casi siempre inversamente proporcional al grado de desarrollo socioeconómico,aquí se presentan resultados de una investigación sobre todos los recién nacidos (40 454 entre 2002 y 2009 enel Hospital Público Materno Infantil de la provincia de Salta, al norte de Argentina, una de las zonas menos desarrolladas del país. En el último decenio nacieron, en promedio,30 000 niños al año: 68% en el sector público y 47% en este hospital. El objetivo fue determinar la influencia de factores preconcepcionales, concepcionales y del proceso de atención a madres residentes en el municipio capital en el peso para la edad gestacional de sus hijos...

  1. Environmental risk factors associated with tooth decay in children: a review of four studies in Indonesia Riesgos ambientales asociados con la caries dental en niños: una revisión de cuatro estudios en Indonesia Fatores de risco ambientais associados à cárie dentária nas crianças: uma revisão de quatro estudos na Indonésia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sri S. Winanto

    2013-06-01

    deficiente, sino que también refleja las condiciones ambientales.Há uma crescente preocupação com o estudo dos impactos do ambiente na saúde humana. Entre a população do mundo, as crianças são particularmente vulneráveis às ameaças ambientais.Atualmente, em algumas áreas da Indonésia, existem problemas significativos com a qualidade da água, especialmente devido ao uso de muitas águas superficiais para consumo humano. Há evidência de que isto contribui para o processo de cárie dentária. Além disso, os dentes fornecem um excelente registo cronológico do estado nutricional e indicação da exposição a metais durante o desenvolvimento humano.Este artigo fornece uma visão geral dos fatores de risco para a cárie dentária e as revisões de quatro estudos epidemiológicos e laboratoriais que abordaram este assunto na Indonésia. Primeiro estudo: Winanto em 1993 mostrou que a acidez e concentrações elevadas de estanho (Sn na água para consumo humano estão associadas com a erosão dos dentes permanentes em crianças que vivem perto de uma exploração mineira de estanho. Segundo estudo: Wulandari em 2009, recorrendo à espectrometria de absorção atômica com forno de grafite (GFAAS, mostrou que dentes decíduos que contenham uma alta concentração de chumbo (Pb têm três vezes maior risco de contrair cárie. Terceiro estudo: Satrio em 2010, comparou o estado dos dentes entre as crianças que consumiam água da chuva e as crianças que consumiam água de outras origens. Este revelou que a baixa concentração de fluor na água contribui para aumentar 19 vezes o risco de cáries e que o consumo de água com pH baixo aumenta 22 vezes o risco de cárie quando comparado com o consumo de água com pH neutro. Quarto estudo: Musadad em 2009, realizou um estudo ecológico sobre o efeito da qualidade da água potável em relação à cárie dentária e revelou associação significativa com a acidez, a quantidade de água consumida, a despesa das famílias e

  2. Riscos ocupacionais de uma indústria calçadista sob a ótica dos trabalhadores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Reinher da Luz

    2013-02-01

    Full Text Available O estudo teve como objetivo identificar os riscos ocupacionais de uma indústria calçadista sob a ótica dos trabalhadores, bem como as medidas preventivas adotadas por eles contra os riscos. Realizou-se um estudo qualitativo, descritivo. A amostra foi composta por quinze trabalhadores. Os dados foram coletados por entrevista semiestruturada e analisados à luz da análise de conteúdo. Foram respeitados os aspectos éticos e a pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Os resultados apontam que os trabalhadores são conhecedores dos riscos do seu processo de trabalho, faziam uso de medidas de proteção individual e a empresa disponibilizava dispositivos de segurança, informando e realizando, periodicamente, visitas aos setores, na perspectiva de desenvolver ações educativas.

  3. Risk factors for maternal death in patients with severe preeclampsia and eclampsia Fatores de risco para morte materna em pacientes com pré-eclâmpsia grave/ eclâmpsia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melania Maria Ramos de Amorim

    2001-12-01

    Full Text Available OBJECTIVES: to determine the principal death causes in patients with severe preeclampsia/eclampsia and identify related risk factors. METHODS: a case-control study was performed comprising all cases of maternal death (n = 20 in patients with severe preeclampsia or eclampsia (n = 2.541. 80 controls (survivors were randomly selected. The odds ratio and an estimate of maternal death relative risk were determined, and a multiple logistic regression analysis performed to determine the adjusted odds ratio. RESULTS: the basic causes for death were: acute pulmonary edema, disseminated intravascular coagulopathy, hemorrhagic shock, pulmonary embolism, acute renal failure, sepsis and three cases of undetermined causes of death. The principal risk factors were: age > 25 years old, multiparity, gestational age 110mmHg, convulsions, chronic systemic arterial hypertension, HELLP syndrome, pulmonary edema, normally inserted abruptio placenta, disseminated intravascular coagulation, acute renal failure. Variables persistently related to maternal death were: HELLP syndrome, eclampsia, acute pulmonary edema, eclampsia, chronic hypertension and lack of prenatal care. CONCLUSIONS: the principal risk factors for death in women with preeclampsia/eclampsia are the lack of prenatal care, associated to chronic hypertension, HELLP syndrome, eclampsia and acute pulmonary edema.OBJETIVOS: determinar as principais causas de óbito em pacientes com pré-eclâmpsia grave/eclâmpsia e identificar os fatores de risco associados. MÉTODOS: realizou-se um estudo de caso-controle, com todos os casos de morte materna (n = 20 em pacientes com pré-eclâmpsia grave ou eclâmpsia (n = 2.541. Selecionaram-se aleatoriamente 80 controles (sobreviventes. Determinou-se o odds ratio como estimativa do risco relativo de morte materna, realizando-se análise de regressão logística múltipla para determinação do odds ratio ajustado. RESULTADOS: as causas básicas de óbito foram: edema

  4. A caracterização do risco sanitário nos processos administrativos da vigilância sanitária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Max Rogério Alves

    2012-12-01

    Full Text Available Estudo da caracterização do risco sanitário (avaliação e gerenciamento de risco nos processos administrativos da vigilância sanitária, a partir de um estudo de caso relativo ao controle sanitário de portos, aeroportos e fronteiras. A análise de decisões tomadas no âmbito de processos sanitários permitiu evidenciar que o grau de risco é superficialmente tratado neles, inferindo-se que a caracterização do risco nos referidos processos aproxima-se mais da aplicação do senso comum do que de uma abordagem científica.

  5. ANÁLISE DE RISCO DAS OPERAÇÕES DE MICROCRÉDITO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Marcia Martins Fittipaldi Torga

    2017-08-01

    Full Text Available No Brasil, o microcrédito tem sido aplicado para o combate à pobreza e estímulo ao crescimento e desenvolvimento econômico. É uma operação de crédito que constitui um dos temas relevantes estudados pela área da administração financeira. Esta pesquisa buscou investigar mediante a utilização das técnicas de duração e convexidade, qual é o risco das operações de microcrédito realizadas por bancos governamentais brasileiros e abordou o tema com relação á gestão de risco de crédito. Este estudo verificou que as oscilações nas taxas constituem um risco, que pode causar problemas nos resultados financeiros das Instituições de Microfinanças se os retornos obtidos no cumprimento das obrigações contratadas passarem a ser insuficientes. As parcerias institucionais com agências de desenvolvimento podem se constituir um importante fator para garantir a concessão de crédito. Sugerem-se novos estudos para a análise das regulamentações do setor, os métodos de concessão e a avaliação de risco das operações.

  6. O que é comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar comportamento de risco para transtornos alimentares (TA e sua frequência entre adolescentes em uma revisão da literatura nacional e internacional. MÉTODOS: Foi realizada uma busca bibliográfica por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicinee Lilacs e no portal SciELO,utilizando-se os descritores relacionados à "eating disorder risk behavior". Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, espanhol e inglês, e especificamente com adolescentes. Foram avaliados 76 artigos e analisados a nomenclatura e os instrumentos utilizados para avaliar comportamento de risco para TA e sua prevalência. RESULTADOS: Encontrou-se uma série de termos para avaliar risco para TA. A metodologia mais utilizada foi a de questionários e escalas, destacando-se o EAT-26 ou 40 e o BITE, dentre os mais frequentes; a prevalência de risco variou de 0,24% a 58,4%. CONCLUSÃO: Diferentes nomenclaturas e instrumentos são utilizados para avaliar comportamento de risco para TA entre adolescentes, com grande amplitude nos resultados de prevalência. Maior padronização de termos e metodologia de avaliação permitiriam melhor comparação entre estudos epidemiológicos em diferentes localidades.

  7. Fatores de risco para complicações em extremidades inferiores de pessoas com diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Emília Pace

    2002-10-01

    Full Text Available O estudo analisou fatores de risco para complicações em pés de pessoas com diabetes em Unidade Ambulatorial. Os dados foram obtidos por meio de entrevista semi-estruturada, avaliação de pés e exames laboratoriais. Os riscos tiveram a análise segundo Zavala e Braver e Sistema de Classificação do Consenso Internacional sobre Pé Diabético, mediante estatística descritiva. Nos resultados, a idade média foi 53,3±13 anos, tempo da doença 12,9±9 e 58% tinham ensino fundamental incompleto. Dentre os riscos, identificou-se complicações microvasculares, hipertensão arterial, nível glicêmico inadequado, sedentarismo, uso de sapatos inapropriados, somadas às alterações dermatológicas e estruturais. No risco para úlceras, obteve-se 19,1% entre as categorias 2 e 3. Os dados reforçaram necessidade de atendimento primário com ênfase na avaliação de riscos e educação do paciente.

  8. Pressão Arterial em jovens como marcador de risco cardiovascular. Estudo do Rio de Janeiro Presión arterial en jóvenes como marcador de riesgo cardiovascular en jóvenes estudio de Rio de Janeiro Blood pressure in young individuals as a cardiovascular risk marker. The Rio de Janeiro study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erika Maria Gonçalves Campana

    2009-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O estudo de variáveis de risco cardiovascular em populações jovens é fundamental para estratégias de prevenção primária OBJETIVO: Avaliar a pressão arterial (PA, perfil antropométrico e metabólico em jovens do Estudo do Rio de Janeiro, acompanhados por 17 anos. MÉTODOS: Foram avaliados 115 indivíduos (64 masculinos em três momentos (seguimento 212,23±16,0 meses: A1 (12,97±1,48 anos, A2 (21,90±1,71 anos e A3 (30,65±2,00 anos e divididos em dois grupos: GN (n=84 com pelo menos duas medidas de PA normais nas três avaliações; GH (n=31 com pelo menos duas medidas de PA anormais nas três avaliações. Nas três ocasiões foram obtidos: PA e índice de massa corporal (IMC. Em A2 e A3: glicose, triglicerídeos, colesterol total e frações. Em A3 acrescentou-se a circunferência abdominal (CA. RESULTADOS: 1 As médias da PA, IMC e CA (pFUNDAMENTO: El estudio de variables de riesgo cardiovascular en poblaciones jóvenes es fundamental para estrategias de prevención primaria. OBJETIVO: Evaluar la presión arterial (PA, perfil antropométrico y metabólico en jóvenes del Estudio de Rio de Janeiro, seguidos por 17 años. MÉTODOS: Se evaluaron 115 individuos (64 masculinos en tres momentos (seguimiento 212,23±16,0 meses: A1 (12,97±1,48 años, A2 (21,90±1,71 años y A3 (30,65±2,00 años y se dividieron en dos grupos: GN (n=84 con por lo menos dos medidas de PA normales en las tres evaluaciones; GH (n=31 con por lo menos dos medidas de PA anormales en las tres evaluaciones. En las tres ocasiones se obtuvieron: PA e índice de masa corporal (IMC. En A2 y A3: glucosa, triglicéridos, colesterol total y fracciones. En A3 se agregó la circunferencia abdominal (CA. RESULTADOS: 1 Los promedios de la PA, IMC y CA (pBACKGROUND: The study of the cardiovascular risk variables in young populations is fundamental to establish primary prevention strategies. OBJECTIVE: To evaluate the blood pressure (BP, anthropometric and metabolic

  9. Dioxinas e furanos: origens e riscos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Assunção João V de

    1999-01-01

    Full Text Available Apresenta-se uma atualização bibliográfica com o objetivo de relatar a origem e os riscos à saúde pública das dioxinas e furanos e possibilitar o conhecimento de algumas áreas de pesquisa sobre esses compostos. Foram selecionadas 16 referências bibliográficas, cobrindo aproximadamente doze anos (1986 a 1997. Pela análise feita concluiu-se que: a Esses compostos são de origem não natural, considerados altamente tóxicos, extremamente persistentes, tendo sido detectados em todas as matrizes ambientais como: solo, sedimentos, ar, água, animais e vegetais; b emissões desses compostos para a atmosfera ocorrem principalmente nos processos de combustão; c dispersão atmosférica, deposição e subseqüente acumulação na cadeia alimentar têm sido a principal rota de exposição da população em geral; d devido à natureza lipofílica e persistência, estes se acumulam em tecidos gordurosos, sendo os alimentos de origem animal os que apresentaram maiores concentrações; e no Brasil, os poucos estudos realizados, com medidas de concentrações desses compostos no meio ambiente, apresentaram alguns níveis comparáveis aos da Alemanha. Recomenda-se a continuidade de pesquisas no Brasil, sobre esses compostos, em especial sua acumulação em alimentos e no tecido humano.

  10. Dioxinas e furanos: origens e riscos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João V de Assunção

    1999-10-01

    Full Text Available Apresenta-se uma atualização bibliográfica com o objetivo de relatar a origem e os riscos à saúde pública das dioxinas e furanos e possibilitar o conhecimento de algumas áreas de pesquisa sobre esses compostos. Foram selecionadas 16 referências bibliográficas, cobrindo aproximadamente doze anos (1986 a 1997. Pela análise feita concluiu-se que: a Esses compostos são de origem não natural, considerados altamente tóxicos, extremamente persistentes, tendo sido detectados em todas as matrizes ambientais como: solo, sedimentos, ar, água, animais e vegetais; b emissões desses compostos para a atmosfera ocorrem principalmente nos processos de combustão; c dispersão atmosférica, deposição e subseqüente acumulação na cadeia alimentar têm sido a principal rota de exposição da população em geral; d devido à natureza lipofílica e persistência, estes se acumulam em tecidos gordurosos, sendo os alimentos de origem animal os que apresentaram maiores concentrações; e no Brasil, os poucos estudos realizados, com medidas de concentrações desses compostos no meio ambiente, apresentaram alguns níveis comparáveis aos da Alemanha. Recomenda-se a continuidade de pesquisas no Brasil, sobre esses compostos, em especial sua acumulação em alimentos e no tecido humano.

  11. Fatores de risco da sepse em pacientes queimados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jefferson Lessa S. de Macedo

    Full Text Available OBJETIVO: Os avanços no tratamento de queimados têm reduzido as taxas de mortalidade e melhorado a qualidade de vida das vítimas de queimaduras. Entretanto, a sepse continua sendo um desafio e umas das principais causas de óbito no queimado. O objetivo deste trabalho é investigar, através de um estudo caso-controle, os fatores de risco da sepse em pacientes queimados. MÉTODO: O estudo caso-controle foi conduzido durante 12 meses, compreendendo os pacientes que foram tratados em regime de internação hospitalar na Unidade de Queimados do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN, Brasília-DF. RESULTADOS: Quarenta e nove (19,4% pacientes tiveram sepse, de um total de 252 queimados internados na Unidade de Queimados durante o periodo do estudo. Eles tiveram um ou no maximo tres episodios de sepse durante a internacao, totalizando 62 episodios. Vinte e seis (53,1% eram homens e a media de idade foi de 21,9 ± 18,9 anos (variacao de um a 89 anos. A superficie corporal queimada dos pacientes que tiveram sepse variou de sete a 84%, com uma media de 37,7 ± 18,4%, sendo significativamente superior aos controles. As principais bacterias causadoras de sepse foram Staphylococcus aureus (46,5%, Staphylococcus coagulase negativo (20,7%, Acinetobacter baumannii (12,1% e Enterobacter cloacae (12,1%. Trinta (61,2% pacientes tiveram seu primeiro episodio de sepse na primeira semana de internacao. Quanto aos fatores de risco para a ocorrencia de sepse, destacam-se os seguintes, conforme seu poder de associacao "odds ratio": o uso de tres ou mais cateteres, a presenca de duas ou mais complicacoes, a superficie corporal queimada > 30%, o agente chama aberta e o sexo feminino. No geral, a taxa de letalidade por sepse foi de 24,5%. CONCLUSÃO: Um melhor conhecimento dos fatores de risco da sepse no paciente queimado permite o tratamento precoce dessa complicação, com antibioticoterapia sistêmica adequada, contribuindo para reduzir a morbidade e a mortalidade

  12. Análise preliminar de riscos sobre o gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde de uma instituição de ensino em Mato Grosso do Sul: estudo de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marjolly Priscilla Shinzato

    Full Text Available No presente trabalho foram caracterizados, qualitativa e quantitativamente, os resíduos de serviços de saúde (RSS do Centro de Ensino em Saúde (CES de uma instituição pública de ensino localizada em Campo Grande-MS. Foi investigado o gerenciamento dos resíduos de 25 laboratórios de ensino e pesquisa, que geram em média 155,9 kg de RSS por semana. Determinou-se para o CES as taxas de geração de resíduos iguais a 0,29 kg.pesquisa-1.dia-1 e 0,11 kg.aula-1.dia-1; respectivamente, para as atividades de pesquisa e ensino. Após a análise preliminar de riscos, verificou-se que a instituição apresenta riscos químicos e biológicos que se estendem para fora do limite de suas instalações, impactando direta ou indiretamente a sociedade e o ambiente. Muitos laboratórios se enquadraram na categoria de risco máximo, sendo os mais críticos os de Patologia, Histologia, Anatomia Humana e Anatomia Veterinária.

  13. Postural control of small for gestational age infants born at term Controle postural de lactentes nascidos a termo pequenos para a idade gestacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D Campos

    2007-02-01

    Full Text Available OBJECTIVE: This study compared the postural control of small (SGA and appropriate (AGA for gestational age infants born at term, at the ages of 3, 6, 9 and 12 months. METHOD: This was a cohort study of infants born at term, with birth weight less than the 10th percentile for the SGA group and between the 10th and 90th percentiles for the AGA group. Infants with genetic syndromes, malformations, congenital infections and internment in neonatal intensive care unit were excluded. The evaluation instrument was the Alberta Infant Motor Scale. RESULTS: Comparison of the SGA and AGA groups did not show any significant differences (p>0.05 at the assessment times. However, the postural control of the SGA group was influenced by the gestational age (r=-0.83; p= 0.006 and 5th minute Apgar (r= 0.79; p= 0.01 in the 3rd month, and by maternal occupation (r= 0.67; p= 0.01 in the 6th month. CONCLUSION: It was concluded that the postural control was similar in the groups. However, the postural control of the SGA group was influenced by biological and environmental factors.OBJETIVO: Este estudo teve por objetivo comparar o controle postural de lactentes nascidos a termo, pequenos (PIG e adequados para a idade gestacional (AIG nos 3º, 6º, 9º e 12º meses. MÉTODO: Estudo longitudinal de lactentes nascidos a termo, com peso de nascimento menor que o percentil 10 para o grupo PIG e entre o percentil 10 e 90 para o grupo AIG. Síndromes genéticas, más-formações, infecções congênitas e internados em unidade de terapia intensiva neonatal foram excluídos. O instrumento de avaliação foi Alberta Infant Motor Scale. RESULTADOS: A comparação do grupo PIG e AIG não mostrou diferença significativa (p> 0,05 nos meses avaliados. Entretanto, o controle postural do grupo PIG foi influenciado pela idade gestacional (r= -0,83/p= 0,006 e Apgar de 5' (r= 0,79/p= 0,01 no 3º mês; e pela ocupação materna (r= 0,67/p= 0,01 no 6º mês. CONCLUSÃO: Concluiu-se que o

  14. Prevalência e fatores associados ao ganho de peso gestacional excessivo em unidades de saúde do sudoeste da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elma Izze da Silva Magalhães

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO: Objetivo: Determinar a prevalência do ganho de peso semanal excessivo em gestantes e verificar a associação com fatores demográficos, socioeconômicos, obstétricos, antropométricos e comportamentais. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal realizado com 328 gestantes assistidas em todas as unidades de saúde da zona urbana de Vitória da Conquista, Bahia. Os dados foram coletados no período de maio de 2010 a junho de 2011. O ganho de peso semanal foi avaliado de acordo com as recomendações atuais do Institute of Medicine (IOM. A associação entre os fatores em estudo e o ganho de peso semanal excessivo foi verificada nas gestantes, no segundo e terceiro trimestres, por meio da análise de regressão de Poisson com variância robusta. Resultados: A prevalência de ganho de peso semanal excessivo nas gestantes do segundo e terceiro trimestres foi de 42,5%. Os fatores determinantes do ganho ponderal semanal excessivo foram: renda familiar < 1 salário mínimo (RP: 2,65; IC95% 1,18 - 4,83 e estado nutricional pré-gestacional sobrepeso/obesidade (RP: 1,33; IC95% 1,01 - 1,75. Conclusão: Os resultados do estudo reforçam a importância do monitoramento do ganho de peso durante a gestação. A avaliação do ganho de peso semanal possibilita a realização de intervenções precoces visando a prevenção do ganho de peso total excessivo e suas consequências para a mãe e para a criança.

  15. Identificação e classificação de riscos na implantação da produção enxuta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giuliano Almeida Marodin

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo O processo de implantação de sistemas de produção enxuta é complexo, demorado e sujeito a uma série de riscos. Este artigo tem como objetivo identificar e classificar os riscos presentes na implantação da produção enxuta (IPE. As quatro etapas da pesquisa foram: (i revisão de literatura para identificação de riscos à IPE; (ii desenvolvimento e aplicação de um questionário a 57 respondentes, que avaliou as percepções acerca da probabilidade de ocorrência e impacto de cada risco apontado pela literatura; (iii análise dos resultados do questionário, que permitiu a classificação dos riscos por meio de uma análise fatorial exploratória; (iv estudo de caso para aprofundar a compreensão das relações entre os riscos em uma empresa na qual trabalhavam três respondentes dasurvey. Quatorze riscos à IPE foram identificados e classificados em três grupos: (i riscos associados ao papel das áreas de apoio; (ii riscos associados ao papel da alta e média gerência; e (iii riscos associados ao papel dos níveis operacionais. Uma vez que os riscos dentro de cada grupo são fortemente inter-relacionados, essa classificação pode contribuir para o planejamento e implantação de ações de controle destes.

  16. Proliferative sickle cell retinopathy associated with sickle cell trait and gestational diabetes: case report Retinopatia falciforme proliferativa associada a traço falciforme e diabetes gestacional: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jefferson Augusto Santana Ribeiro

    2009-06-01

    Full Text Available Proliferative sickle cell retinopathy is an uncommon complication in individuals with sickle cell trait (AS. However, the risk for proliferative retinopathy development is increased in patients with AS hemoglobinopathy associated with systemic conditions or ocular trauma. A case of a patient with AS hemoglobinopathy who developed proliferative sickle cell retinopathy after the occurrence of gestational diabetes and pregnancy-induced hypertension is reported. Hemoglobin electrophoresis revealed presence of A2 5.0%, S 35.0% and A 53.2%. The present case emphasizes the importance of evaluating systemic comorbidities in patients with sickle cell trait during pregnancy since sickle cell retinopathy can progress rapidly, as well as the importance of regular eye fundus examination in these patients.Retinopatia falciforme proliferativa é uma complicação incomum em indivíduos com traço falciforme, havendo, porém, risco aumentado de desenvolver retinopatia proliferativa em pacientes com hemoglobinopatia AS associada a condições sistêmicas ou trauma ocular. Neste artigo será apresentado um caso de paciente com diabetes gestacional, hipertensão arterial sistêmica associada à gravidez e traço falciforme. Eletroforese de hemoglobinas revelou a presença de A2 5,0%, S 35,0% e A 53,2%. Este caso ressalta a importância da avaliação de comorbidades sistêmicas em pacientes com traço falciforme no período gestacional, uma vez que pode ocorrer rápida progressão da retinopatia falciforme, devendo-se realizar também exames regulares do fundo de olho nestes pacientes.

  17. Comparação entre dois testes de rastreamento do diabetes gestacional e o resultado perinatal Comparison between two gestational diabetes screening tests and the perinatal outcome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Ayach

    2010-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar dois testes de rastreamento para diabetes e seus resultados com o resultado da gestação. MÉTODOS: no total, 279 pacientes foram submetidas a dois testes de rastreamento do diabetes gestacional - associação glicemia de jejum e fatores de risco (GJ + FR e o teste de tolerância à glicose simplificado (TTG50g. O rastreamento pela associação GJ + FR caracterizou-se pela dosagem da glicemia de jejum e anamnese para identificação dos fatores de risco na primeira consulta de pré-natal. O TTG50g foi realizado entre a 24ª e a 28ª semana de gestação e caracterizou-se pela dosagem das glicemias plasmáticas em jejum e uma hora após a sobrecarga oral com 50 g de glicose. Os resultados, positivo e negativo, foram relacionados ao resultado da gestação. Foram consideradas variáveis dependentes: via de parto, idade gestacional, peso e índice ponderal ao nascimento, índices de Apgar PURPOSE: to compare two screening tests for diabetes and their results to pregnancy outcomes. METHODS: in total, 279 pregnant women were submitted to two screening tests for gestational diabetes - fasting glycemia plus risk factors (FG + RF and to the simplified glucose tolerance test (GTT50g. Screening by FG + RF consisted of the determination of fasting glycemia and anamnesis for the identification of risk factors on the occasion of the first prenatal visit. The GTT50g was performed between the 24th and the 28th week of pregnancy and consisted of the determination of plasma glycemia under fasting conditions and one hour after an oral overload with 50 g glucose. Positive and negative results were compared to pregnancy outcome. The dependent variables were: type of delivery, gestational age, weight and ponderal index at birth, Apgar indexes <7 in the 1st and 5th minutes, need for admission to the Intensive Care Unit (ICU, duration of hospitalization, and neonatal death. Data were analyzed statistically through the Students t-test, and the level

  18. ROTA DE RISCO DA NANOTECNOLOGIA: UMA VISÃO GERAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Simone de Menezes Alencar

    2012-01-01

    Full Text Available Desenvolvimentos em nanotecnologia continuam a ser produzidos a taxas exponenciais para uma ampla e diversificada gama de aplicações.Neste trabalho foi feito um estudo de prospecção tecnológica em nanotecnologia discutindo a sua evolução e implicações para a saúde humana e ambiental. Também foi trazido para discussão às associações e aplicações benéficas com o desenvolvimento de produtos nanoengenheirados, pendentes em avaliação de risco. Tem-se como meta subsidiaros formuladores de políticas públicas sobre riscos envolvendo nanotecnologia e saúde por ser uma área estratégica na política de Ciência, Tecnologia e Inovação do país. É fundamental que a saúde e o ambiente estejam sempre, direta ou indiretamente, envolvidos em variadas pesquisas para o entendimento das causas de acometimentos e para odesenvolvimento de procedimentos de controle de forma a evita-los, propiciando resultados exequíveis, confiáveis e seguros.

  19. Excesso de peso e o risco cardiovascular em jovens seguidos por 17 anos: estudo do Rio de Janeiro El exceso de peso y el riesgo cardiovascular en jóvenes seguidos durante 17 años: estudio del Rio de Janeiro Overweight and cardiovascular risk among young adults followed-up for 17 years: the Rio de Janeiro study, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Lopes Fonseca

    2010-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A adoção de medidas de prevenção primária em jovens é de potencial impacto favorável no cenário das doenças cardiovasculares. OBJETIVO: Avaliar a pressão arterial (PA e variáveis de risco cardiovascular em jovens estratificados pelo comportamento do índice de massa corporal (IMC obtido ao longo de 17 anos, desde a infância/adolescência (I/A. MÉTODOS: Três avaliações foram feitas em 115 indivíduos pertencentes à coorte do Estudo do Rio de Janeiro: A1:12,97 ± 1,48 anos; A2:21,90 ± 1,71 anos; A3:30,65 ± 2,00 anos e divididos em três grupos segundo o IMC nas três avaliações: Grupo N (IMC sempre normal; n=46, Grupo L (IMC variável; n=49 e Grupo S/O (IMC sempre aumentado; n=20. Em A1, A2 e A3 foram obtidos PA e IMC. Em A2 e A3, dosados glicose (G e perfil lipídico. Ainda em A2, dosada insulina (INS e calculado HOMA-IR. Em A3 acrescentou-se medida da circunferência abdominal (CA, relação abdômen/quadril (RAQ e percentual de gordura corporal (%GC. RESULTADOS: 1 Grupo S/O apresentou maiores médias de PA aumentada (pFUNDAMENTO: La adopción de medidas de prevención primaria en jóvenes es de potencial impacto favorable en el escenario de las enfermedades cardiovasculares. OBJETIVO: Evaluar la presión arterial (PA y variables de riesgo cardiovascular en jóvenes estratificados por el comportamiento del índice de masa corporal (IMC obtenido a lo largo de 17 años, desde la infancia/adolescencia (I/A. MÉTODOS: Tres evaluaciones se llevaron a cabo en 115 individuos pertenecientes a la cohorte del Estudio del Rio de Janeiro: A1:12,97 ± 1,48 años; A2:21,90 ± 1,71 años; A3:30,65 ± 2,00 años y divididos en tres grupos segundo el IMC en las tres evaluaciones: Grupo N (IMC siempre normal; n=46, Grupo L (IMC variable; n=49 y Grupo S/O (IMC siempre aumentado; n=20. En A1, A2 y A3 se obtuvieron PA e IMC. En A2 y A3, dosificados glucosa (G y perfil lipídico. Todavía en A2, dosificada la insulina (INS y calculado

  20. Fatores de risco para pré-eclâmpsia

    OpenAIRE

    Moura da Silva, Genivaldo

    2009-01-01

    A pré-eclâmpsia é uma doença específica da gravidez, de etiologia multifatorial, que acomete 5 a 10% das gestantes, cujos efeitos e complicações são a maior causa de morbimortalidade materno-infantil. A identificação de fatores de riscos é importante para a compreensão da patogênese, estabelecimento de estratégias de prevenção e controle da préeclâmpsia. Recentemente estudos clínicos e laboratoriais apontam para a hipótese de associação entre a periodontite materna e pré-eclâmp...

  1. Comportamento de lactentes nascidos a termo pequenos para a idade gestacional no primeiro trimestre da vida

    OpenAIRE

    Mello,Bernadete Balanin A.; Gonçalves,Vanda M. Gimenes; Souza,Elisabete Abib P.

    2004-01-01

    O objetivo foi comparar o comportamento de lactentes nascidos a termo com peso adequado (AIG) a lactantes pequenos para a idade gestacional (PIG), no primeiro trimestre de vida. A amostra foi de 20 lactentes, avaliados no 1º, 2º e 3º meses. Foram utilizadas as Escalas Bayley de Desenvolvimento Infantil - II, com ênfase na Escala de Classificação do Comportamento (ECC). Houve diferença significativa entre os grupos no 2º mês, com maior número de lactentes PIG classificados como alterados na EC...

  2. Vínculo prenatal: la importancia de los estilos vinculares en el cuidado gestacional

    OpenAIRE

    Villa González, Isabel Cristina; Giraldo Vásquez, Isabel Cristina; Ramírez Velásquez, María Adelaida; Orozco Henao, Gabriela; Blanco Carmona, Lina Marcela

    2016-01-01

    El presente artículo de revisión busca identificar antecedentes yaproximaciones teóricas contemporáneas sobre el tema del ‘vínculoafectivo’ o ‘estilo vincular personal’ y su relación con el ‘vínculo prenatal’que establecen las mujeres en estado de embarazo con sus bebésen gestación. Así mismo, identificar aspectos relevantes sobre esta relacióny los cuidados de la salud gestacional, que sirvan de sustento ala innovación pedagógica de las acciones en salud. Es un estudio cualitativode investig...

  3. Concepções Sobre Morte e Luto: Experiência Feminina Sobre a Perda Gestacional

    OpenAIRE

    Lemos, Luana Freitas Simões; Cunha, Ana Cristina Barros da

    2015-01-01

    Resumo A morte do filho antes do nascimento ou óbito fetal representa, geralmente, grande perda para pais e familiares constituindo acontecimento traumatizante, lembrado e temido em uma próxima gestação. A involução da gestação coloca em suspenso os sonhos, as esperanças, as expectativas e as esperas existenciais que os pais normalmente depositam no nascimento da criança. Diante disso, nosso objetivo foi estudar como mulheres vivenciam e enfrentam a situação de perda gestacional, com base na ...

  4. Análisis espacial de la anemia gestacional en el Perú, 2015

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Akram Hernández-Vásquez

    Full Text Available Objetivos. Establecer las prevalencias regionales e identificar conglomerados distritales con altas prevalencias deanemia en gestantes atendidas en los establecimientos de salud públicos del Perú en el 2015. Materiales y métodos. Se realizó un estudio ecológico de datos de gestantes con anemia, registrados en el Sistema de Información del Estado Nutricional (SIEN, que fueron atendidas en 7703 establecimientos públicos de salud durante el 2015. Se calcularon prevalencias de anemia gestacional regionales y distritales. Mediante el índice de Moran se identificaron conglomerados distritales con alta prevalencia de anemia gestacional. Resultados. Se recolectó información de 311 521 gestantes, distribuidas en 1638 distritos del Perú. La prevalencia nacional de anemia fue de 24,2% (IC 95%: 24,0-24,3 y 30,5% en el área rural vs. 22,0% en el área urbana. Las regiones de Huancavelica (45,5%; IC 95%: 44,2-46,7, Puno (42,8%; IC 95%: 41,9-43,7, Pasco (38,5%; IC 95%: 36,9-40,0, Cusco (36,0%; IC 95%: 35,3-36,8 y Apurímac (32,0%; IC 95%: 30,8-33,1 tuvieron las mayores prevalencias de anemia. El índice local de Moran identificó 202 distritos (12,3% (44 urbanos y 158 rurales de alta prioridad (alto-alto o hot spots situados en Ancash, Apurímac, Arequipa, Ayacucho, Cajamarca, Cusco, Huancavelica, Huánuco, Junín, La Libertad, Lima, Pasco y Puno, que muestran conglomerados distritales con altas prevalencias. Conclusiones. La anemia gestacional en Perú concentra sus mayores prevalencias en las áreas rural y sur de la sierra. Los conglomerados distritales con altas prevalencias de anemia gestacional coinciden con las zonas de alta prevalencia regional.

  5. Análisis espacial de la anemia gestacional en el Perú, 2015

    OpenAIRE

    Hernández-Vásquez, Akram; Azañedo, Diego; Antiporta, Daniel A; Cortés, Sandra

    2017-01-01

    Objetivos. Establecer las prevalencias regionales e identificar conglomerados distritales con altas prevalencias deanemia en gestantes atendidas en los establecimientos de salud públicos del Perú en el 2015. Materiales y métodos. Se realizó un estudio ecológico de datos de gestantes con anemia, registrados en el Sistema de Información del Estado Nutricional (SIEN), que fueron atendidas en 7703 establecimientos públicos de salud durante el 2015. Se calcularon prevalencias de anemia gestacional...

  6. Diabetes gestacional riesgo de desarrollar diabetes mellitus y factores de riesgo cardiovascular a medio plazo /

    OpenAIRE

    Albareda i Riera, Maria Mercè

    2002-01-01

    Descripció del recurs: 17 abril 2002 Títol obtingut de la portada digitalitzada A pesar de que el concepto de diabetes gestacional (DMG) como lo entendemos actualmente data de 1979, las primeras referencias que nos constan son del siglo XIX (Bennewitz 1824, Duncan 1882), y antes de 1979 ya se hab'an publicado estudios de cribaje, diagnóstico y mortalidad perinatal (Hoet 1954, Wilkerson 1957, O'Sullivan y Mahan 1964, Pedersen 1967, Mestman 1971). En la actualidad, la DMG se define como l...

  7. Ejercicio y prevención de obesidad y diabetes mellitus gestacional

    OpenAIRE

    Márquez A,Jorge Jaime; García V,Victoria; Ardila C,Ricardo

    2012-01-01

    La obesidad y la diabetes tipo 2 están aumentando a nivel mundial y generan gran morbilidad y mortalidad, y afectan al paciente, la familia y al sistema de salud. Los niveles bajos de actividad física están contribuyendo con la epidemia de obesidad y diabetes tipo 2 en mujeres en edad fértil. La mayoría de las mujeres siguen el sedentarismo o suspende el ejercicio cuando se dan cuenta del embarazo, lo cual predispone al desarrollo de diabetes gestacional y a ganancia excesiva de peso durante ...

  8. Las grasas en la dieta materna, edad gestacional y peso al nacer

    OpenAIRE

    Rodríguez Enríquez, Yanik; Pita Rodríguez, Gisela; González, Isabel Martín; Ferret Martínez, Ana; Puentes Márquez, Ileana

    2004-01-01

    Las grasas en la dieta materna tienen funciones determinantes en el desarrollo de un embarazo normal, en la estructuración de un adecuado flujo útero-placentario, la formación de membranas celulares, el crecimiento intrauterino del feto y el desarrollo del sistema nervioso central. El objetivo de este trabajo fue medir la relación entre la composición de ácidos grasos en la dieta materna atendiendo a la edad gestacional y el peso al nacer de los recién nacidos. Se realizó un estudio transvers...

  9. Candidiasis sistémica en un feto de 12 semanas de edad gestacional

    OpenAIRE

    Sánchez Baracaldo, Lilia María; Müller, Edith Ángel

    2011-01-01

    Presentamos el caso de un feto de 12 semanas de cdad gestacional en el cual el estudio de anatomia patológica documento un proceso sistémico por Candida con compromiso de la piel y los pulmones. Llamamos la atencton sobre la posibilidad que tiene el feto de adquirir este tipo de lnfección durante el embarazo, ya que las vulvovaginitis por Candida son frecuentes durante este periodo. Igualmente destacamos la importancia del examen anatomopatclógico que nos permitió lIegar al diagnóstico de est...

  10. Eventos adversos relacionados à terapia ventilatória em recém-nascidos de alto risco

    OpenAIRE

    França, Débora Feitosa de

    2016-01-01

    Objetivou-se analisar os eventos adversos relacionados à terapia respiratória em recém-nascidos de alto risco de uma unidade neonatal. Trata-se de um estudo observacional, longitudinal e prospectivo, realizado em uma maternidade, unidade de referencia no Estado do Rio Grande do Norte para gravidez e nascimento de alto risco. Os dados foram coletados no período de abril a setembro 2016, após aprovação do projeto no Comitê de Ética em Pesquisa da UFRN com CAAE nº 51832415.0.0000.5537. A amostra...

  11. The Psychology of risk Psicologia do risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paul Slovic

    2010-12-01

    Full Text Available The essay contrasts the scientific approach to analyzing and making decisions about risk with the ways that ordinary people perceive and respond to risk. It highlights the importance of trust as a determiner of perceived risk. It describes relatively new research on "risk as feelings" and the "Affect Heuristic". Finally reflects on the importance of this work for risk communication and concludes with some observations about human rationality and irrationality in the face of risk.Trata-se de um ensaio que compara a abordagem científica da análise e tomada de decisão sobre riscos com a maneira como pessoas comuns percebem e respondem aos riscos. Aborda a importância da confiança como um determinante do risco percebido e descreve nova pesquisa sobre "risco como sentimentos", o "Efeito Heurístico" e a relevância desse novo trabalho. O conceito de risco é extremamente complexo, pois, além dos fatores científicos, está intrinsecamente associado a elementos sociais e sua percepção. Os riscos envolvem muitas incertezas de difícil medição. Outra questão importante é a amplificação social do risco. A confiança é a palavra-chave para problemas de comunicação sobre o risco. A conclusão é feita ao redor do tema da racionalidade e irracionalidade humana face ao risco.

  12. Fatores de risco cardiovascular em alcoolistas em tratamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayla Cardoso Fernandes Toffolo

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a presença de fatores de risco cardiovascular, com ênfase na hipertensão e na adiposidade corporal, em alcoolistas abstinentes ou não abstinentes em tratamento. MÉTODO: Trata-se de um estudo transversal com 65 pacientes alcoolistas em tratamento no CAP-Sad. O grau de dependência do álcool foi avaliado pelo SADD (Short Alcohol Dependence Data e o uso de outras drogas, pelo ASSIST (Alcohol Smoking and Substance Involvement Screening Test. Foram avaliados o perfil bioquímico e o antropométrico dos usuários. RESULTADOS: Participaram do estudo 42 homens e 23 mulheres. A maioria dos participantes (67,74% apresentou dependência alcoólica grave, com uso de álcool associado principalmente a cigarro (66,15%. A média da circunferência da cintura (CC foi significativamente maior entre os abstinentes, em comparação aos não abstinentes (AB: 88,15 ± 15,95 x NA: 81,04 ± 9,86; p = 0,03. Pacientes abstinentes há mais tempo tiveram maior sobrepeso/obesidade e adiposidade abdominal (CC do que os não abstinentes e abstinentes recentes, com razão de chances de 5,25. Os abstinentes apresentaram razão de chances de 3,38 para %GC acima da média, independente do tempo de abstinência. CONCLUSÃO: Pacientes alcoolistas abstinentes apresentam mais sobrepeso/ obesidade, adiposidade corporal (%GC e abdominal (CC do que os não abstinentes. É importante o acompanhamento multiprofissional no tratamento de alcoolistas com abordagem para fatores de risco cardiovasculares, principalmente evitando o ganho de peso.

  13. Fatores de Risco para Infecção Pós-Craniotomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Palmer Irffi

    2016-10-01

    Full Text Available Justificativa e Objetivos: A infecção pós-craniotomia é um risco real para a recuperação do paciente, com aumento da morbimortalidade e, também, dos custos para o sistema de saúde. Com uma alta incidência de complicações, chegando a até 11%, é importante ter noção dos fatores de risco desse procedimento a fim de melhorar a qualidade do atendimento e da recuperação do paciente. Dessa forma, o objetivo desse artigo é definir o risco de infecção nesse procedimento; indicar a incidência de infecção de sítio cirúrgico e de meningite; apontar os principais fatores de risco; e calcular a taxa de óbito de craniotomia. Métodos: O estudo foi uma coorte retrospectiva em seis hospitais de Belo Horizonte por um período de dez anos. Dados foram colhidos e analisados buscando resultados relacionados à incidência e aos fatores de risco pós-craniotomia. Resultados: As infecções globais têm uma incidência de 8,8%, as infecções de sítio cirúrgico de 5,1% e as meningites de 2,3%. A taxa de letalidade está em 8,3%. Conclusão: Os principais fatores de risco são o escore American Society of Anesthesiologists (ASA > 2 e o uso de próteses; o uso de anestesia geral se mostrou um fator protetor em relação ao desenvolvimento de infecções.

  14. Tratamiento de la sifilis gestacional y prevencion de la sifilis congenita en un hospital de iii nivel. bogota, colombia.

    OpenAIRE

    Rubio Romero, Jorge Andrés

    2013-01-01

    RESUMENObjetivo: evaluar el cumplimiento de las recomendaciones del Centro de Control de Enfermedades (CDC) para el tratamiento en casos intrahospitalarios de sífilis gestacional y congénita. Metodología: estudio retrospectivo basado en registros de notificación e historias clínicas de gestantes y neonatos de un hospital terciario público de Bogotá entre  enero 1 y Octubre 31 de 2010. Se describen las variables demográficas de las mujeres con diagnóstico de sífilis gestacional y sus hijos, el...

  15. Treinamento resistido reduz riscos cardiovasculares em idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Ângelo Macêdo Santiago

    2015-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O envelhecimento humano aliado ao estilo de vida sedentário é marcado por alterações metabólicas com modificação na composição corporal, que repercutem diretamente na proteína C-reativa (PCR, sendo este um importante marcador de risco de doenças cardiovasculares (DCV. O treinamento resistido (TR é um método muito utilizado na prevenção de doenças associadas ao envelhecimento. Objetivo: Avaliar os efeitos de oito semanas de TR sobre a composição corporal, força muscular e PCR em um grupo de idosas.MÉTODO: Foi realizado um estudo experimental com 10 idosas (63 ± 2 anos de idade. Para o ensaio de PCR, análises bioquímicas de hemograma e lipidograma completos foram coletadas amostras de sangue venoso periférico antes do exercício e 24 horas depois. Para medidas antropométricas calcularam-se índice de massa corporal (IMC, relação cintura/quadril (RCQ e composição corporal. O TR foi realizado por Série Combinada - Bi-Set. Para a análise estatística, primeiramente foi realizado o teste de normalidade de Shapiro-Wilk (p > 0,05 para testes paramétricos. As variáveis do grupo foram apresentadas como média e desvio padrão. Para variáveis de PCR, antropométricas, composição corporal e perfil lipídico foram realizados o teste t de Student,tanto anterior quanto posteriormente às oito semanas de treinamento. Para as amostras da evolução das cargas e médias do consumo alimentar foi realizado o teste One Way ANOVA e, quando necessário, o teste post hoc de Tukey. O nível de significância adotado foi de p ≤ 0,05.RESULTADOS: Houve redução estatisticamente significativa (p = 0,02 para as concentrações séricas de PCR, o que significa uma redução de 70,96%, além de diminuir a massa gorda e aumentar a massa magra e a carga de treino após oito semanas.CONCLUSÃO: Oito semanas de TR reduziram as concentrações séricas de proteína C-reativa, assim como diminuíram a massa gorda e aumentaram o

  16. Factores de risco de displasia broncopulmonar em cinco unidades portuguesas de cuidados intensivos neonatais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hercília Guimarães

    2010-05-01

    Full Text Available Resumo: A displasia broncopulmonar (DBP é multifactorial. Prematuridade, doença da membrana hialina, oxigénio, ventilação mecânica, inflamação e canal arterial são alguns dos factores na sua patogénese Objectivo: Avaliar a prevalência da DBP e seus factores de risco em cinco unidades portuguesas, para implementar boas práticas no tratamento deste doentes. Material e métodos: 256 recém-nascidos (RN com idade gestacional (IG  0,30 (85 vs 5 dias, respectivamente nos doentes com e sem DBP, p  0.30 (85 vs 5 days, respectively in BPD and no BPD patients, p < 0.001. Comments: The most relevant risk factors were low birth weight, severe hyaline membrane disease, duration of respiratory support and oxygen therapy, and nosocomial sepsis. The implementation of potentially better practices to reduce lung injury in neonates must be addressed to improve practices to decrease these risk factors. Palavras chave: Displasia broncopulmonar, recém-nascidos pré-termo, unidades de cuidados intensivos neonatais, doença da membrana hialina, ventilação mecânica, oxigenoterapia, factores de risco, boas práticas, Key words: Bronchopulmonary dysplasia, preterm infants, neonatal intensive care, prematurity, hyaline membrane disease, mechanical ventilation, oxygen therapy, risk factors, better practices

  17. Adesão ao Tratamento em Gestação de Alto Risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Langaro

    Full Text Available No Brasil, aproximadamente 15% das gestações são de alto risco, sendo os diagnósticos de diabetes gestacional e hipertensão as causas mais frequentes dessa condição. Para a efetividade dos tratamentos indicados nesses casos, bem como alcance de desfechos favoráveis, é essencial a adesão da paciente às recomendações fornecidas pelas equipes de saúde, o que torna fundamental a avaliação desse indicador. A pesquisa apresentada avaliou a adesão de participantes de um programa de atendimento interdisciplinar a gestantes de alto risco desenvolvido em um hospital geral privado por meio de três instrumentos: Questionário Morisky-Green de adesão ao uso de medicação, Questionário de Adesão ao Tratamento e Pergunta descritiva de avaliação qualitativa. Durante oito meses, 83 gestantes responderam aos questionários, que possibilitaram identificar níveis de adesão ao longo do tempo de participação no programa, situações de não adesão mais frequentes, bem como variáveis que interferem nas medidas de adesão ao uso de medicação e ao tratamento global. Considera-se que os índices levantados são passíveis de uso como indicadores clínicos e gerenciais, possibilitando a comprovação da efetividade e melhoria constante das rotinas de saúde. Tais mecanismos são úteis para definição de protocolos, discussão de casos clínicos e mesmo para feedbackàs próprias pacientes.

  18. Prevalência dos fatores de risco para diabetes mellitus de servidores públicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Campos Muniz Medeiros

    2012-09-01

    Full Text Available Este estudo objetivou verificar a prevalência dos fatores de risco para diabetes mellitus tipo 2 de servidores públicos, e relacionar os fatores de risco segundo as variáveis, sexo e glicemia. Participaram 65 sujeitos, mediante um questionário, e aferiram-se: pressão arterial, peso corporal, altura, índice de massa corpórea, circunferência abdominal e glicemia capilar de jejum. Utilizaram-se análise de variância e qui-quadrado. Os fatores de risco mais prevalentes foram: índice de massa corpórea alterado (66,1%, idade>45 anos (64,6%, circunferência abdominal alterada (61,5% e sedentarismo (61,5%. Observou-se associação entre a pressão arterial e a glicemia capilar de jejum alterada (p=0,01. Os homens apresentaram maior prevalência de glicemia capilar de jejum alterada (p<0,035 e índice de massa corpórea alterado (p<0,007. Conclui-se que os fatores de risco para o diabetes mellitus tipo 2 possuem elevada prevalência na população estudada, refletindo um estilo de vida inadequado para a prevenção desta doença.

  19. O RISCO NA CONCEPÇÃO DE INSTRUTORES DE ESPORTE DE AVENTURA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jairo Antônio Paixão

    Full Text Available Resumo O presente estudo buscou analisar a concepção de instrutores de esporte de aventura sobre o risco na prática do rapel vinculada a diferentes modalidades terrestres praticadas no estado de Minas Gerais. A partir de um estudo descritivo-exploratório com um grupo amostral composto por 35 instrutores (32 homens e 03 mulheres verificou-se que os instrutores reconhecem o risco como elemento inerente à prática do rapel. Os sujeitos apontam o domínio da técnica, o estado dos equipamentos específicos, a adoção de tecnologias e a capacidade para decifrar informações referentes ao ambiente natural como forma de controlar e minimizar o risco. Chama atenção a postura dos instrutores participantes dessa investigação que, apesar de buscarem vivenciar fortes emoções, sensação de adrenalina e liberdade, colocam como princípio fundamental a manutenção da vida.

  20. Alterações do fluxo sanguíneo em artéria umbilical na síndrome hipertensiva gestacional e suas implicações nos resultados neonatais Changes of blood flow in the umbilical artery in hypertensive pregnancy and the implications in the neonatal outcomes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta David Rocha de Moura

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar as características antropométricas, a morbidade e mortalidade de recém-nascidos (RN prematuros nascidos vivos de mães hipertensas em função da presença ou não de diástole zero (DZ ou reversa (DR na doplervelocimetria arterial umbilical. MÉTODOS: Estudo prospectivo, envolvendo RN prematuros nascidos vivos de gestantes hipertensas, com idade gestacional entre 25 e 33 semanas, submetidas à doplervelocimetria da artéria umbilical nos 5 dias que antecederam o parto, realizado no Hospital do Distrito Federal, entre 1º de novembro de 2009 e 31 de outubro de 2010. Os RN foram estratificados em dois grupos, conforme o resultado da doplervelocimetria da artéria umbilical: Gdz/dr=presença de diástole zero (DZ ou diástole reversa (DR e Gn=doplervelocimetria normal. Medidas antropométricas ao nascimento, morbidades e mortalidade neonatal foram comparadas entre os dois grupos. RESULTADOS: Foram incluídos 92 RN, assim distribuídos: Gdz/dr=52 RN e Gn=40 RN. No Gdz/dr a incidência de RN pequenos para idade gestacional foi significativamente maior, com risco relativo de 2,5 (IC95% 1,7‒3,7. No grupo Gdz/dr os RN permaneceram mais tempo em ventilação mecânica mediana 2 (0‒28 e no Gn mediana 0,5 (0‒25, p=0,03. A necessidade de oxigênio aos 28 dias de vida foi maior no Gdz/dr do que no Gn (33 versus10%; p=0,01. A mortalidade neonatal foi maior em Gdz/dr do que em Gn (36 versus 10%; p=0,03; com risco relativo de 1,6; IC95% 1,2 - 2,2. Nessa amostra a regressão logística mostrou que a cada 100 gramas a menos de peso ao nascer no Gdz/dr a chance de óbito aumentou 6,7 vezes (IC95% 2,0 - 11,3; pPURPOSE: To evaluate the anthropometric characteristics of morbidity and mortality of premature newborns (NB of hypertensive mothers according to the presence or absence of flow (DZ or reverse (DR diastolic flow in the dopplervelocimetry of the umbilical artery. METHODS: A prospective study was conducted on preterm newborns of

  1. Medio ambiente social y conductas alimentarias de riesgo: una exploración en mujeres adolescentes en México Ambiente social e hábitos alimentares de risco: um estudo com mulheres adolescentes no México Social environment and risky eating behaviors: an exploratory study in adolescent females in Mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ietza Bojorquez

    2013-01-01

    Full Text Available Los objetivos de este trabajo fueron explorar: (1 la asociación entre medio ambiente social a niveles municipal y familiar, y conductas alimentarias de riesgo, en mujeres adolescentes; y (2 la interacción entre medio ambiente social y cultural e índice de masa corporal (IMC. La información se obtuvo de una encuesta representativa de las estudiantes de preparatoria en el Estado de México, México (15-19 años. Se aplicó un cuestionario para conductas alimentarias de riesgo y datos sociodemográficos. Se evaluó el medio ambiente social y cultural municipal mediante el índice de marginación del municipio. El análisis se hizo mediante regresión multinivel. La prevalencia de conductas alimentarias de riesgo fue 4,23%. El IMC y el nivel socioeconómico familiar se asociaron directamente con conductas alimentarias de riesgo. El índice de marginación municipal no se asoció con conductas alimentarias de riesgo. Esto puede deberse a que no se midieron los componentes relevantes del medio ambiente social y cultural, o a que el nivel municipal no ejerza un efecto contextual sobre conductas alimentarias de riesgo. El efecto del IMC sobre conductas alimentarias de riesgo fue mayor en municipios más marginados.Os objetivos deste trabalho foram: (1 explorar a associação entre ambiente social, no nível municipal e familiar, e hábitos alimentares de risco em mulheres adolescentes; e (2 explorar a interação entre ambiente social e cultural e o índice de massa corporal (IMC. Os dados foram conseguidos através de uma pesquisa representativa entre estudantes do segundo grau no Estado de México, México (15-19 anos. Foi aplicado um questionário sobre hábitos alimentares de risco e dados sociodemográficos. O ambiente social e cultural municipal foi avaliado pelo índice de marginalização do município. A análise utilizou o modelo de regressão multinível. A prevalência de hábitos alimentares de risco foi de 4,23%. O IMC e o n

  2. Sífilis gestacional: enfermedad de interés en salud pública, Córdoba-Colombia, 2015

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Concepción Amador Ahumada

    2017-01-01

    Cómo citar este artículo: Amador C, Hanna M, Villadiego M. Sífilis gestacional: enfermedad de interés en salud pública, Córdoba-Colombia, 2015.Rev Cuid. 2017; 8(1: 1449-58. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v8i1.350

  3. Prevalence of urinary incontinence and pelvic floor muscle dysfunction in primiparae two years after cesarean section: cross-sectional study Prevalência de incontinência urinária e disfunção muscular do assoalho pélvico em primíparas dois anos após parto cesárea: estudo transversal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica Mércia Pascon Barbosa

    2013-04-01

    . TIPO DE ESTUDO E LOCAL Estudo transversal conduzido em universidade pública. MÉTODOS Foram selecionadas 220 mulheres dois anos após parto cesáreo eletivo ou parto vaginal. Foram avaliados sintomas de incontinência urinária e disfunção muscular do assoalho pélvico por palpação digital e perineômetro. RESULTADOS A prevalência de incontinência urinária dois anos após parto vaginal e cesárea foi de 17% e 18,9% respectivamente. O único fator de risco para disfunção muscular do assoalho pélvico foi o ganho de peso durante a gestação. Índice de massa corporal inferior a 25 kg/m 2 e disfunção muscular do assoalho pélvico normal foram fatores de proteção contra incontinência urinária. Incontinência urinária na gestação aumentou o risco de incontinência urinária dois anos pós-parto. CONCLUSÃO Incontinência urinária gestacional foi um precursor crucial de incontinência urinária pós-parto. O ganho de peso durante a gestação aumentou o risco posterior de disfunção muscular do assoalho pélvico e o parto cesárea eletivo não foi uma ação de prevenção para a incontinência urinária.

  4. inherited thrombophilia and recurrent pregnancy loss Trombofilias heredadas y pérdida gestacional recurrente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Patricia Cadavid Jaramillo

    2002-03-01

    Full Text Available One of the causes of recurrent pregnancy loss is thrombophilia, defined as a tendency to thrombosis or hypercoagulability, with various clinical manifestations dependent on the vascular region affected by the absence of blood flow. Thrombophilias can be classified as inherited or acquired, according to the nature of their cause. The former are factor V Leiden, the prothrombin G20210A, the methilenetetrahydrofolate reductase C677T, deficiencies of the natural anticoagulants antithrombin III, protein C and protein S, dysfibrinogens and homocystinuria. The group of acquired thrombophilias includes antiphospholipid syndrome, activated protein C resistance without alterations in the gene of factor V and mild or moderate hyperhomocysteinemia. This article reviews several recent studies looking for association between different thrombophilias and recurrent pregnancy loss. Also diagnostic, prophylactic and therapeutic recommendations are included, for women with thrombophilia and pregnancy loss Una de las causas de pérdida gestacional recurrente es la trombofilia, que se define como una tendencia a la trombosis o hipercoagulabilidad, con variabilidad en las manifestaciones clínicas dependiente de la región vascular afectada por la ausencia de flujo sanguíneo. Las trombofilias se pueden clasificar como heredadas y adquiridas de acuerdo con la naturaleza de su causa. Entre las trombofilias heredadas están el factor V Leiden, la protrombina G20210A, la metilentetrahidrofolato reductasa C677T, las deficiencias de los anticoagulantes naturales antitrombina III, proteína C y proteína S, las disfibrinogenemias y la homocistinuria. En el grupo de las trombofilias adquiridas se encuentran el síndrome antifosfolípido, la resistencia a la proteína C activada sin alteraciones en el gen del factor V y la hiperhomocisteinemia leve o moderada. Este artículo es una revisión de la literatura de estudios recientes que han buscado la asociación entre las

  5. Fatores adicionais de risco cardiovascular associados ao excesso de peso em crianças e adolescentes: o estudo do coração de Belo Horizonte Additional cardiovascular risk factors associated with excess weigth in children and adolescents: the Belo Horizonte heart study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robespierre Q. C. Ribeiro

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Examinar a associação de sobrepeso e obesidade com perfis de atividade física, pressão arterial (PA e lípides séricos. MÉTODOS: Inquérito epidemiológico com 1.450 estudantes - seis a dezoito anos, em Belo Horizonte-MG. Dados: peso, altura, PA, espessura de pregas cutâneas, circunferência das cinturas, atividade física, colesterol total (CT, LDL-c, HDL-c, e hábitos alimentares. RESULTADOS:Prevalências de sobrepeso e obesidade foram 8,4% e 3,1%. Em relação aos estudantes situados no quartil inferior (Q1 da distribuição da prega subescapular, os estudantes do quartil superior (Q4 apresentaram um risco (odds ratio 3,7 vezes maior de ter um CT aumentado. Os estudantes com sobrepeso e obesos tiveram 3,6 vezes mais risco de apresentar PA sistólica aumentada, e 2,7 vezes para PA diastólica aumentada, em relação aos estudantes com peso normal. Os estudantes menos ativos, no Q1 da distribuição de MET, apresentaram 3,8 vezes mais riscos de terem CT aumentado comparados com os mais ativos (Q4. CONCLUSÃO: Estudantes com sobrepeso ou obesos ou nos quartis superiores para outras variáveis de adiposidade, assim como os estudantes com baixos níveis de atividade física ou sedentários apresentaram níveis mais elevados de PA e perfil lipídico de risco aumentado para o desenvolvimento de aterosclerose.OBJECTIVE: To examine the association of overweight and obesity with physical activity, blood pressure (BP and serum lipid profiles. METHODS: Epidemiologic investigation of 1,450 students, between the ages of 6 and 18, in the city of Belo Horizonte, MG. Data: weight, height, BP, skinfold thickness, waist circumference, physical activity, total cholesterol (TC, LDL-c, HDL-c, and dietary habits. RESULTS: The prevalence rates for overweight and obesity were 8.4% and 3.1%, respectively. In relation to the students in the lower quartile (Q1 of the distribution of subscapular skinfold, the students in the upper quartile (Q4 presented

  6. Riscos psicossociais e assédio moral no contexto acadêmico

    OpenAIRE

    Vânia Cláudia Spoti Caran

    2007-01-01

    O Assédio Moral e os riscos psicossociais tem sido fonte de estudos de diversos pesquisadores no século XXI, mas ainda é pouco abordado pela Saúde do Trabalhador. Assédio Moral é tema complexo, de difícil abordagem, pois está inserido em um âmbito da violência caracterizada pela percepção muitas vezes apenas da própria vítima. Nesta pesquisa estabelecemos os objetivos de identificar a existência de Riscos Pscicossociais e Assédio Moral e suas repercussões entre os docentes de uma Instituição ...

  7. Estudo Sobre a Mortalidade em UTI Neonatal de um Hospital Escola no Sul de Minas/Study of Mortality in a Neonatal Intensive Care Unit of a Teaching Hospital in Southern Minas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Talita de Faria Bustamante

    2014-06-01

    Full Text Available Objetivos: Conhecer as causas e variáveis maternas, do recém-nascido e da própria unidade, relacionadas com a mortalidade da UTI Neonatal do Hospital Escola de Itajubá – MG, entre maio de 2012 a outubro de 2013. Métodos: Estudo descritivo envolvendo 68 recém-nascidos acompanhados até desfecho clínico. Foram analisadas variáveis maternas, da gestação, parto e recém-nascido. Foi utilizado o teste Qui-quadrado para relacionar estas variáveis com a taxa de mortalidade. Resultados: Ocorreram 12 óbitos, com uma taxa de mortalidade de 17,6%. Observou-se relevância apenas nas variáveis relacionadas à Idade Gestacional, baixo peso ao nascer, diagnóstico a internação, Apgar no 1o minuto e escore CRIB II. A mortalidade dos recém-nascidos com peso < 1000g foi de 50%. Os recém-nascidos prematuros com Idade Gestacional <31 semanas foram reesposáveis por 47,6% dos óbitos, sendo a prematuridade o principal diagnóstico à internação, e todos os óbitos estarem a ela relacionados. Conclusão: As principais variáveis associadas à mortalidade neonatal foram a idade gestacional e o baixo peso ao nascer. Além destas, incluíram-se outros fatores de risco como o Apgar no 1o minuto, o escore CRIB II e o diagnóstico principal. Originando um desafio, que precisa ser enfrentado por obstetras, neonatologistas e o poder público. Objectives: To know the causes and variables of the mother, the newborn and the unit, related to the mortality of the Neonatal ICU from the teaching hospital in Itajubá – MG, between May 2012 and October 2013. Methods: A descriptive study involving 68 newborns followed up until clinical outcome. Variables of the mother and newborn, as well as pregnancy and childbirth were analyzed. Chi-square test was used to correlate these variables with mortality. Results: 12 deaths occurred, with a mortality rate of 17,6%. There were relevance on the variables related to gestational age, low birth weight, admission diagnosis

  8. Diabetes gestacional - Otimização do controlo materno e morbilidade neonatal

    OpenAIRE

    Mimoso, Maria Gabriela

    2018-01-01

    Introdução - A diabetes gestacional (DG) é uma das complicações médicas mais frequentes na gravidez. O diagnóstico mais precoce e o rigor do controlo metabólico é fundamental para diminuir a morbilidade perinatal.A hiperglicémia materna ao induzir hiperglicémia fetal e consequente hiperinsulinismo, é responsável pela maioria das complicações do feto e no recém-nascido (RN).Objetivo - Avaliar a evolução da morbilidade neonatal de filhos de mães com DG explorando as possíveis correlações entre ...

  9. Correlação entre Testes para Avaliação da Vitalidade Fetal, pH da Artéria Umbilical e os Resultados Neonatais em Gestações de Alto Risco Correlation between the Assessment of Fetal Well-being, Umbilical Artery pH at Birth and the Neonatal Results in High-risk Pregnancies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rossana Pulcineli Vieira Francisco

    2000-09-01

    Full Text Available Objetivos: analisar a relação entre valores de pH no nascimento, testes de vitalidade fetal e resultados neonatais. Métodos: foram incluídas 1346 pacientes com gestação de alto risco atendidas no Setor de Vitalidade Fetal do HCFMUSP. Para estudo do bem-estar fetal foram realizados exames de cardiotocografia, perfil biofísico fetal e índice de líquido amniótico. Após o parto foram obtidos os seguintes parâmetros dos recém-nascidos: idade gestacional no parto, sexo e peso dos recém-nascidos, índices de Apgar de 1º e 5º minutos, pH da artéria umbilical no nascimento e a ocorrência de óbito neonatal. Para estudo destes resultados neonatais, os casos foram divididos em quatro grupos: G1 (pH ou = 7,20. Resultados: a cardiotocografia anormal relacionou-se com valores de pH inferiores a 7,20 (p = 0,001. Resultados anormais do perfil biofísico fetal (Purpose: to analyze the relationship between the values of pH at birth, fetal surveillance examinatios and neonatal results. Methods: one thousand, three hundred and forty-six high-risk pregnancies were evaluated at the Fetal Surveillance Unit. The assessment of fetal well-being included cardiotocography, fetal biophysical profile and amniotic fluid index. After birth, the perinatal results (gestational age at birth, birth weight, Apgar scores at 1st and 5th minutes, umbilical cord pH at birth were collected. To study the results, the patients were divided into four groups: G1 (pH or = 7.20. Results: the abnormal patterns of cardiotocography were associated with pH at birth inferior to 7.20 (p = 0.001. Abnormal results of the fetal biophysical profile (<=4 were related to decrease in pH values at birth (p<0.001. The adverse neonatal outcomes were associated with acidosis at birth, and they were selected to be analyzed by the logistic regression model, showing that the odds ratio of each adverse neonatal outcome increases significantly when the values of pH at birth decrease. Conclusions

  10. estudo comparativo

    OpenAIRE

    Álvaro, Rocha

    2005-01-01

    O sítio web é um importante meio de comunicação e competitividade das universidades. Há diferentes razões para acreditar que os sítios possam variar entre universidades, mas contudo há certeza da existência de requisitos de qualidade comuns e transversais a todas. Este estudo visou avaliar, de forma quantitativa e objectiva, o cumprimento de requisitos de qualidade pelos sítios web das Universidades Portuguesas, com base nas características de alto nível da norma ISO 9126-1 que interessam aos...

  11. INCERTEZAS ESTRATÉGICAS E RISCOS NO SISTEMA DE CONTROLE GERENCIAL DAS COOPERATIVAS DE CRÉDITO

    OpenAIRE

    Camila Freitas Sant´Ana; Daniel Fernando Padilha; Carlos Eduardo Facin Lavarda

    2015-01-01

    O presente estudo teve como objetivo verificar as incertezas estratégicas e os riscos que podem afetar o sistema de controle gerencial nas cooperativas de crédito. Para tal, realizou-se uma pesquisa descritiva, por meio de um estudo de levantamento e quantitativo, aplicou-se um questionário para a obtenção dos dados em uma amostra de 44 cooperativas de crédito do Brasil, que se caracterizam 95% em cooperativas singulares com 70% classificadas como de crédito mútuo. Os resultado...

  12. Riscos e benefícios da triagem genética: o traço falciforme como modelo de estudo em uma população brasileira Risks and benefits of genetic screening: the sickle cell trait as a model in a Brazilian population group

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Benedito de Paiva e Silva

    1997-04-01

    Full Text Available A triagem populacional de heterozigotos assintomáticos para fins de orientação genética é um procedimento bastante controvertido, por envolver o risco de rotulação, discriminação, estigmatização, perda de auto-estima e invasão de privacidade. Assim sendo, investigou-se no presente trabalho os efeitos da orientação genética fornecida a indivíduos diagnosticados como heterozigotos do gene da hemoglobina S (heterozigotos AS, portadores do traço falciforme durante a triagem de doadores de sangue. Foram convidados por carta 92 doadores AS para receber orientação genética gratuita e individualizada, 66 dos quais (72% aceitaram o convite. Cerca de 50% dos indivíduos trouxeram a parceira e/ou os filhos para investigação laboratorial das hemoglobinopatias, identificando-se assim alguns casais de risco e algumas crianças com anemia hemolítica crônica. Seis meses após o fornecimento da orientação genética, foi possível avaliar por entrevista pessoal ou por carta-questionário 43 doadores AS (65%, constatando-se uma boa assimilação das informações fornecidas. A orientação genética não produziu mudanças significativas na vida da maioria dos indivíduos e os riscos teóricos da orientação genética não aparecem de forma preocupante na casuística examinada. Foram constatados de forma esporádica, no entanto, indícios de estigmatização, rotulação, discriminação, perda da auto-estima e invasão de privacidade.Population screening of asymptomatic heterozygotes for genetic guidance purposes is a very controversial procedure due to the risk of labeling, discrimination, stigmatization, loss of self-esteem, and invasion of privacy. Effects of genetic counseling supplied to blood donors with the sickle cell trait (AS heterozygotes were investigated. Ninety-two AS donors were invited by letter to a free, individual orientation session; 66 of them (72% accepted the invitation. Some 50% of the individuals brought their

  13. Dislipidemias e alguns fatores de risco associados em uma população periférica da Região Metropolitana de São Paulo, SP - Brasil. um estudo piloto Lipemic disorders and some associated risk factors in a population on the outs kirts of Greater S. Paulo, SP, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ignez Salas Martins

    1989-06-01

    Full Text Available Realizou-se levantamento da prevalência de dislipidemias e alguns fatores de risco (hipertensão, obesidade e alcoolismo, em uma população típica da periferia do Município de São Paulo, SP (Brasil. A prevalência de um ou mais fatores de risco foi maior do que 50% em todos os grupos etários. No que concerne às dislipidemias propriamente ditas, foi de aproximadamente 49%, 58% e 57% nos grupos etários de 20 a 39 anos, 40 a 59 anos e 60 anos e mais, respectivamente. A dislipidemia mais freqüente foi devido a baixos níveis de HDL-colesterol, principalmente nos mais jovens, entre 29 e 39 anos. Nos outros dois grupos etários houve prevalência maior de "outras dislipidemias". A obesidade isolada ou associada foi o fator de risco mais relevante na população estudada. Levanta-se a hipótese de que as dislipidemias podem constituir-se em grave problema de Saúde Pública nas populações periféricas da cidade de São Paulo.A survey of the prevalence of lipemic disorders and some risk factors associated with them (obesity, hypertension and alcoholism, in a representative sample of the population of 20 years of age and over in a locality typical of the peripheral zone of the Greater S. Paulo Region, Brazil, both in terms of the poverty of the population and with regard to the lack of public sources such as sewage, transport and housing, is undertaken. The following results were obtained: a the prevalence of one risk factor was of about 55%, and of two or more associated risk factors was of approximately 9% in the age group from 20 to 39. There was found to be a prevalence of about 51% and 57%, respectively of two or more associated risk factors for the age groups from 40 to 59 and 60 years of age and over; b the prevalence of lipemic disorders proper was of about 49%, 58% and 57% respectively, for the age groups of 20 to 39, 40 to 59 and 60 years of age and over. In these cases the most prevalent risk factors among men were alcoholism and

  14. Estudo sobre a evolução do risco de infecção tuberculosa em área com elevada cobertura por BCG The trend in the risk of tuberculous infection in an area with wide coverage with BCG vaccination

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Ribeiro Arantes

    1985-04-01

    Full Text Available A partir da prevalência de infecção tuberculosa em escolares com 7 anos de idade, calculou-se a taxa de redução do risco anual de infecção na cidade de São Paulo (Brasil, entre 1974 e 1982. Nesse período o declínio médio foi de 5% ao ano. Nas 59 escolas municipais pesquisadas não houve correlação entre a cobertura de vacinação BCG e a prevalência de infecção natural em não-vacinados, à idade estudada. A alergia tuberculínica no grupo de crianças vacinadas, que recebeu a vacina em alguma idade anterior entre o 1° e o 6° ano de vida, revelou-se 2,5 vezes mais intensa do que a alergia no grupo de mesma idade (7 anos, não vacinado previamente. Foram feitos comentários quanto à impropriedade do material utilizado com vistas ao cálculo do verdadeiro valor do risco de infecção tuberculosa na área em questão.The estimation of the risk of tuberculous infection from prevalence data obtained at school-age, in 1974 and in 1982, permitted the determination of the relevant trend in the city of S. Paulo, Brazil, between those years. The risk of infection decreased, on average, by 5% annually during the period. There was no evidence of any association between the proportions of vaccinated children and that of infected children among those unvaccinated, in the 59 schools studied. Tuberculin sensitivity in 7 years old school-children, vaccinated with BCG at any age between the 1st and the 6th year of life was 2.5 times more intense than that in unvaccinaetd children of the same age. With regard to the calculation of the true value of the risk of tuberculous infection, commentaries about the unrealiability of the available data were made.

  15. Consumo de alcool e risco para doenca coronariana na regiao metropolitana de Sao Paulo: uma analise do Projeto GENACIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Pereira Lima

    2013-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Examinar a associação entre consumo de álcool e risco para doença coronariana em amostra populacional. MÉTODOS: Estudo transversal, de base populacional, conduzido de janeiro/2006 a junho/2007, na região metropolitana de São Paulo, como parte do estudo internacional (Gender, Alcohol, and Culture: an International Study. Os sujeitos (1.501, sendo 609 homens e 892 mulheres eram residentes da região metropolitana de São Paulo, tinham 30 anos ou mais de idade e foram selecionados aleatoriamente, a partir de amostragem complexa por conglomerados. Todos os indivíduos consentiram em participar da pesquisa. A variável dependente foi risco cardíaco avaliado através do WHO Rose Angina Questionnaire. A análise multivariada consistiu em regressão logística, tendo sido realizado ajuste para uso de tabaco e índice de massa corpórea. RESULTADOS: A taxa de resposta foi 75%. Ser mulher, ter mais idade, ser negro, fumante e ter um índice de massa corpórea elevado, foram associados a maior risco para doença coronariana. Indivíduos que nunca beberam na vida (OR = 2,22 e ex-bebedores (OR = 2,42 tiveram maior risco de doença cardíaca do que aqueles que informaram beber até 19 g de álcool por dia, sem episódios de beber excessivo. Entre os que tiveram episódios de embriaguês observou-se uma tendência a maior risco (OR = 3,95, p = 0,09. CONCLUSÕES: Nossos achados sugerem um menor risco para doença coronariana entre os bebedores moderados. Destaca-se que os estudos que avaliam o impacto do álcool sobre doença cardíaca precisam identificar o padrão de uso de álcool dos sujeitos, visto que este aspecto pode modificar o risco. Políticas públicas são necessárias para reduzir o uso nocivo de álcool e a morbidade a ele relacionada no país.

  16. Velocimetria Doppler no período neonatal em recém-nascidos a termo pequenos para idade gestacional Neonatal Doppler velocimetry in full term small-for-gestational age newborns

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iracema Augusta Carvalho Cortez Muniz

    2003-09-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo avaliar o fluxo sanguíneo cerebral em recém-nascidos a termo pequenos para idade gestacional, utilizando ultra-sonografia Doppler craniana ao nascimento. O estudo foi desenvolvido no CAISM/UNICAMP (Centro de Saúde Terciário para Mulheres. Foram selecionados sessenta recém-nascidos e divididos em 2 grupos: 36 adequados para idade gestacional (AIG e 24 pequenos para idade gestacional (PIG. Foi realizada a avaliação de ultra-sonografia Doppler craniana nos grupos, entre 24-48 horas após o nascimento. A velocidade de fluxo sanguíneo cerebral foi menor no grupo PIG na artéria cerebral anterior (ACA. As medidas Doppler foram estatisticamente diferentes entre os grupos apenas para valores relacionados à velocidade de fluxo de pico sistólico (VFPS e velocidade de fluxo médio (VFM na ACA. Não houve diferenças significantes para nenhum dos parâmetros avaliados de velocidade de fluxo na artéria cerebral média (ACM. Concluiu-se que recém-nascidos PIG apresentaram VFPS e VFM significativamente menores apenas na ACA. A adequação peso/idade gestacional, presença de policitemia neonatal e valores de pressão arterial média estiveram estatisticamente associados a VFM na ACA. A presença de sofrimento fetal, valores de pressão arterial média e hábito de fumar durante a gestação estiveram estatisticamente associados a VFM na ACM.This study aimed to evaluate the cerebral blood flow of full term small-for-gestational age newborns, using cranial ultrasound Doppler at birth. This study was performed at CAISM/UNICAMP (Tertiary Health Center for Women. Sixty term newborns were selected and divided in two groups: appropriate-for-gestational age (AGA (36 neonates and small-for-gestational age (SGA (24 neonates. Cranial ultrasound Doppler evaluation was performed on both groups, between 24 and 48 hours after birth. Cerebral blood flow velocity (CBFV was lower in the small-for-gestational age group, in the anterior

  17. Análise de custo-efetividade de métodos preventivos para superfície oclusal de acordo com o risco de cárie: resultados de um ensaio clínico controlado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Pereira da Silva Tagliaferro

    2013-11-01

    Full Text Available Este estudo apresenta o resultado de uma avaliação de custo-efetividade conduzida ao longo de um ensaio clínico controlado para avaliar a efetividade do selamento com ionômero de vidro modificado por resina (Vitremer, 3M ESPE e da aplicação de verniz fluoretado (Duraphat, Col-gate em superfícies oclusais de primeiros molares permanentes, em crianças de 6 a 8 anos (N = 268, segundo o risco de cárie (alto risco; baixo risco. As crianças foram examinadas semestralmente, ao longo de 24 meses, pelo mesmo dentista calibrado, após alocação em seis grupos: controle alto risco e baixo risco (educação em saúde bucal trimestral; verniz alto risco e baixo risco (educação em saúde bucal trimestral + aplicação semestral de verniz; e selante alto risco e baixo risco (educação em saúde bucal trimestral + única aplicação do selante. A análise mostrou que o selamento de primeiros molares permanentes em crianças de alto risco apresentou razão de C/E de R$ 225,21(US$ 119,80 por superfície oclusal salva, e razão incremental de C/E de R$ 203,71(US$ 108,36 por superfície oclusal adicional salva. Conclui-se que uma única aplicação de selante, em escolares de alto risco, foi a intervenção mais custo-efetiva.

  18. História gestacional e características da assistência pré-natal de puérperas adolescentes e adultas em uma maternidade do interior de Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Angélica Vieira Santos

    Full Text Available Resumo O objetivo desta pesquisa foi analisar a história gestacional e as características da assistência pré-natal de puérperas adolescentes e adultas em uma maternidade localizada em uma cidade de Minas Gerais, referência para a macrorregião de saúde do Jequitinhonha. Trata-se de um estudo transversal descritivo. Entrevistou-se 327 puérperas, entre maio de 2013 a março de 2014, utilizando um instrumento semiestruturado. Predominou o número de puérperas adultas com uma amostra de 255. Com relação ao pré-natal, 324 puérperas realizaram as consultas. Quanto ao local de realização do pré-natal, 79,2% das adolescentes, realizaram no serviço público de saúde, enquanto entre as adultas essa porcentagem foi de 60,4%. Quanto ao tipo de parto, 54,7% das puérperas o tiveram normal e 45% cesárea. Entre as adolescentes, houve uma maior porcentagem de parto normal comparado às adultas, e esse dado teve relação estatisticamente significativa com a idade da puérpera. Com relação à idade gestacional no momento do parto, 85,9% tiveram seus partos a termo; 13,5% pré-termo e 0,6% pós-termo. Evidenciou-se que as puérperas adolescentes estiveram em desvantagem em relação às demais mães no que diz respeito tanto às características socioeconômicas quanto na assistência recebida no pré-natal.

  19. Percepção de riscos do uso de agrotóxicos por trabalhadores da agricultura familiar do município de Rio Branco, AC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Blaya Leite Gregolis

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer as percepções de risco associadas ao uso de agrotóxicos no trabalho rural de pequenos produtores rurais. MÉTODO: Estudo de percepção de riscos relacionados ao trabalho rural, realizado entre o segundo semestre de 2008 e o primeiro de 2009, com base na avaliação psicológica de 42 pequenos agricultores do município de Rio Branco, AC, por meio de questionário estruturado com questões abertas e fechadas e aplicação de escalas psicométricas. RESULTADOS: Entre as mulheres, destacou-se a invisibilidade dos riscos associados ao uso desses agentes químicos no seu cotidiano de trabalho. A maioria das mulheres participantes não percebia a seriedade dos problemas de saúde relacionados à exposição a agrotóxicos, nem identificava como perigosas as atividades de trabalho que desempenhava. Entre os homens, observou-se a construção de estratégias defensivas baseadas na negação dos riscos, tática utilizada por esses indivíduos como forma de permanecerem, dia após dia, inseridos em um processo de trabalho sabidamente injurioso. CONCLUSÃO: O estudo mostrou que a percepção de riscos daquele grupo de pequenos agricultores influencia suas práticas de trabalho e a forma como responde frente ao risco representado pelo uso de agrotóxicos, devendo ser, portanto, objeto de análise em ações de vigilância em saúde do trabalhador e no escopo de iniciativas de gerenciamento de riscos.

  20. Apoio social e comportamentos de risco na adolescência = Social support and risk behavior in adolescence = Apoyo social y comportamientos de riesgo en la adolescencia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alves, Cássia Ferrazza

    2015-01-01

    Full Text Available O apoio social tem sido considerado fator de proteção ao engajamento de adolescentes em comportamentos de risco. Este estudo investigou a relação entre apoio social e comportamentos de risco (comportamentos sexual, infracional, suicida e uso de substâncias em 374 adolescentes de Porto Alegre, entre 12 e 18 anos, de escolas públicas. Os instrumentos utilizados foram uma escala de apoio social e questões que avaliaram comportamentos de risco. Análises foram realizadas com teste t de Student, Correlações de Pearson e Análise de Regressão Múltipla. Os resultados indicaram maior envolvimento em comportamentos de risco em adolescentes mais velhos e diferenças por sexo (meninos envolveram-se mais em comportamento infracional e sexual de risco e as meninas em comportamento suicida. O apoio da família e dos professores esteve associado ao menor envolvimento nesses comportamentos e o apoio dos amigos ao maior engajamento. Estratégias de prevenção e intervenção direcionadas aos jovens devem considerar a influência dessas variáveis na adesão aos comportamentos de risco

  1. Gravidez na adolescência: análise de fatores de risco para baixo peso, prematuridade e cesariana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilma Lázara de Almeida Cruz Santos

    2014-03-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi analisar possíveis associações entre a faixa etária materna até 16 anos, com o peso e a idade gestacional do recém-nascido, assim como a ocorrência de cesaria na. Estudo transversal com dados das Declarações de Nascidos Vivos/DN obtidos através do Sistema Nacional de Nascidos Vivos/SINASC, de Feira de Santana, Bahia, Brasil, no período 2006 a 2012. Nas análises, utilizou-se regressão logística, em razão de odds (OR e intervalo de confiança de 95 %, medindo a força de associação entre variáveis, ajustadas aos fatores de confundimento. Os Recém Nascidos de baixo peso e de peso insuficiente mostraram associação significante com a faixa etária materna (< 16 anos; e interação estatística do pré-natal inadequado e cesariana; em gestantes adolescentes com idade abaixo de 16 anos, a cesariana mostrou associação significante com estado civil solteira (OR 1,24, pré-natal inadequado (OR 1,58 e Recém Nascidos de baixo peso (OR 1,34. Os dados sugerem que múltiplos fatores podem interferir no tipo de parto e resultado gestacional de adolescentes em idade muito precoce, apontando a importância de investimentos em políticas e ações direcionadas a esse grupo, considerado de alta vulnerabilidade aos agravos gestacionais e perinatais.

  2. Lipodistrofia em indivíduos vivendo com HIV/AIDS: fatores de risco para lipoatrofia e acúmulo de gordura corporal e associação com síndrome metabólica. Um estudo de coorte

    OpenAIRE

    Oliveira, Thais Gelenske Braga e

    2014-01-01

    O presente estudo teve como objetivo determinar as densidades de incidência e fatores associados com lipoatrofia(LA) e acúmulo de gordura corporal (AGC), determinar a densidade de incidência de síndrome metabólica (SM) de acordo com três critérios diferentes [American Heart Association/National Heart, Lung and Blood Institute (AHA/NHLBI), International Diabetes Federation (IDF) e Harmonizing Metabolic Syndrome: a Joint Interim Statement (JIS)] e verificar a associação de LA e AGC com o desenv...

  3. Associação entre periodontite crônica e marcadores de risco para doença cardiovascular

    OpenAIRE

    André Luis Velloso Caúla Soares

    2009-01-01

    Pesquisas recentes têm demonstrado que a periodontite pode modificar a concentração sanguínea de uma série de tipos celulares e substâncias bioquímicas, que são considerados fatores de risco para doenças cardiovasculares. Este trabalho tem como objetivo avaliar a associação entre a periodontite crônica e marcadores de risco para doença cardiovascular. No Estudo I foram examinados 100 pacientes aparentemente saudáveis sistemicamente, sendo 66 portadores de periodontite crônica e 34 pacientes c...

  4. Exercício físico, indicadores antropométricos, risco coronariano e qualidade de vida de policiais militares

    OpenAIRE

    Silva, Franciele Cascaes da

    2014-01-01

    Esta pesquisa teve como objetivos: 1) revisar sistematicamente através de estudos observacionais produções científicas sobre indicadores antropométricos de obesidade e qualidade de vida de policiais; 2) verificar as associações das características ocupacionais, antropométricas, de atividade física no lazer com o risco coronariano e qualidade de vida; e 3) comparar os efeitos da natação e caminhada sobre indicadores antropométricos de obesidade, nível de atividade física, risco coronariano e q...

  5. Riscos ocupacionais autorreferidos por trabalhadores de uma indústria de produção de fertilizantes – RS – Brasil

    OpenAIRE

    Liane Silveira da Rosa; Leticia Machado Pereira; Leticia Silveira Cardoso; Marta Regina Cezar-Vaz; Valdecir Zavarese da Costa

    2016-01-01

    Objetivo: descrever a exposição a riscos ocupacionais autorreferida por trabalhadores de uma indústria de fertilizantes sólido e líquido no Extremo Sul do Rio Grande do Sul – Brasil. Método: estudo descritivo, realizado com 78 trabalhadores, dos quais 49 atuavam no setor de produção e 29 no de movimentação e ensaque. Produziu-se uma análise quantitativa, aplicando-se a estatística descritiva para apresentar as características dos trabalhadores e a exposição aos riscos ocupacionais autorreferi...

  6. Estigmatização e Riscos no Trabalho dos Necrotomistas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frankleudo Luan de Lima Silva

    Full Text Available RESUMO Este artigo objetivou compreender de que maneira a estigmatização é vivenciada por necrotomistas e a relação que eles desenvolvem com os riscos de sua atividade. Quanto à teoria, utilizaram-se os conceitos de estigma e risco, articulando-os com elementos da Psicodinâmica do Trabalho. Metodologicamente, combinaram-se entrevistas semiestruturadas individuais e observações na sala de necropsias. Para a análise dos dados, a opção foi pela análise de conteúdo temática. Participaram deste estudo os necrotomistas do Departamento de Medicina Legal de uma capital do Nordeste brasileiro. Evidenciou-se que a intensa estigmatização está associada ao desconhecimento popular sobre sua atividade e à natureza de seu trabalho. A relação dos necrotomistas com os riscos, inclusive aqueles produzidos pela vivência do estigma, está mediada por um uso intensivo de estratégias defensivas que podem não contribuir para transformar positivamente as situações de trabalho.

  7. Fatores de risco na adolescência: discutindo dados do DF

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Tarouquella Brasil

    2006-12-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo investigar e discutir situações de risco psicossocial em adolescentes do Distrito Federal tomando por base a Teoria dos Sistemas Ecológicos. Foram aplicados 852 questionários em adolescentes de escolas públicas do DF, localizadas em regiões previamente selecionadas e com indicadores de risco psicossocial. Os resultados mostram que a violência, as tentativas de suicídio, a presença de drogas e a sexualidade são fatores de risco para os jovens. Contudo, estes adolescentes têm desenvolvido estratégias efetivas para a promoção de sua saúde, como o uso de preservativos nas relações sexuais, a convivência familiar cotidiana, a expectativa de apoio de vizinhos e líderes comunitários. Percebe-se que esta pode ser uma realidade específica do DF e salienta-se a necessidade de construção de Políticas Públicas que beneficiem as questões de prevenção à violência intrafamiliar, e também a obtenção de sustentabilidade econômica destes jovens.

  8. Efeitos da facilitação neuromuscular proprioceptiva na estabilidade postural e risco de quedas em pacientes com sequela de acidente vascular encefálico: estudo piloto Efectos de la facilitación neuromuscular propioceptiva en la estabilidad postural y riesgo de caídas en pacientes con secuela de accidente vascular encefálico: estudio piloto Effects of proprioceptive neuromuscular facilitation in postural stability and risk of falls in patients with sequelae of stroke: pilot study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natália Noman de Lacerda

    2013-03-01

    Full Text Available O controle do tronco é uma habilidade motora básica necessária para executar diversas tarefas funcionais, e é deficiente em pacientes que sofreram acidente vascular encefálico (AVE. Objetivo: Avaliar o efeito do método facilitação neuromuscular proprioceptiva (PNF na estabilidade postural e risco de quedas em pacientes com sequela de AVE. Metodologia: Foi realizado estudo de intervenção que consistiu em treinamento da estabilidade postural por meio de um protocolo fixo constituído por 5 exercícios utilizando o método PNF, onde foram realizados 10 atendimentos com frequência de três vezes por semana e duração em média de 45 minutos, e para a avaliação dos desfechos, utilizou-se a escala de equilíbrio de Berg (EEB. Resultados: Foram atendidos 12 homens com hemiparesia à esquerda e no mínimo seis meses de evolução e observou-se diferença altamente significativa entre os valores pré e pós teste por meio da EEB (pEl control del tronco es una habilidad motora básica necesaria para realizar diversas tareas funcionales y es deficiente en los pacientes que han sufrido Accidente Vascular Encefálico (AVE. Objetivo: Evaluar el efecto del método de Facilitación Neuromuscular Propioceptiva (PNF en la estabilidad postural y riesgo de caídas en pacientes con secuela de Accidente Vascular Encefálico (AVE. Metodología: Se realizó un estudio de intervención que consistió en entrenamiento de la estabilidad postural por medio de un protocolo fijo compuesto por cinco ejercicios utilizando el método PNF, donde fueron realizadas 10 sesiones, con frecuencia de tres veces por semana y duración media de 45 minutos. Para la evaluación de los resultados, se utilizó la escala de equilibrio de Berg (EEB. Resultados: Fueron atendidos 12 hombres con hemiparesia izquierda con un mínimo de seis meses de evolución y se observó diferencia altamente significativa entre los valores pre y post test por medio de la EEB (pThe trunk control is

  9. Função sexual e qualidade de vida em gestantes de baixo risco Sexual function and quality of life of low-risk pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Queiroz Ferreira

    2012-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar em gestantes saudáveis no segundo trimestre a associação entre função sexual e qualidade de vida, e função sexual e satisfação sexual. MÉTODOS: Estudo transversal com 51 gestantes em acompanhamento em ambulatório de pré-natal de baixo risco. A função sexual foi aferida por meio do Quociente Sexual - Versão Feminina (QS-F. A qualidade de vida e a satisfação sexual foram avaliadas pelo Instrumento Abreviado de Avaliação de Qualidade de Vida da Organização Mundial da Saúde (WHOQOL-bref. Os critérios de inclusão foram idade gestacional entre a 15ª e a 26ª semana, idade materna igual ou superior a 20 anos, mínimo de 5 anos de educação escolar, ter parceiro fixo há pelo menos 6 meses, ter tido relação sexual com penetração vaginal nos últimos 15 dias. Foram excluídas mulheres vítimas de violência sexual, com história pregressa ou atual de depressão, antecedente de aborto habitual ou complicações na gestação atual (amniorrexe prematura, trabalho de parto prematuro ou hemorragia. Para a análise dos dados foram utilizados os testes do χ² e exato de Fisher e pPURPOSE: To evaluate, in healthy women in the second trimester of pregnancy, a possible association between sexual function and quality of life, and between sexual function and sexual satisfaction. METHODS: This cross-sectional study involved 51 pregnant women managed at a low-risk antenatal care clinic. Sexual function was evaluated through the Sexual Quotient - Female Version (QS-F questionnaire. Quality of life and sexual satisfaction were evaluated though the brief version of the World Health Organization Quality of Life questionnaire (WHOQOL-bref. Inclusion criteria were pregnancy between 15-26 weeks, maternal age 20 or more years, at least five years of scholling, in a relationship with a single partner for the last 6 months, having sexual intercourse with vaginal penetration in the last 15 days. We excluded women with a history

  10. Comportamiento de la diabetes gestacional en el embarazo en la adolescencia Behaviour of gestational diabetes during pregnancy in adolescence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gertrudis Rimbao Torres

    2007-09-01

    Full Text Available Se realizó un estudio observacional analítico de tipo caso-control de las 113 adolescentes que parieron en el período comprendido desde el 1ro. de enero de 2006 hasta el 1ro. de junio del propio año, en el Hospital Ginecoobstétrico Universitario “América Arias”, con el objetivo de determinar la frecuencia de la diabetes gestacional y su relación con algunas variables maternas y neonatales en el embarazo en la adolescencia. Se analizaron las variables siguientes: presencia de diabetes gestacional, índice de masa corporal, presencia de hipertensión arterial inducida por el embarazo, tipo de parto, y peso y apgar del recién nacido. Se demostró que la frecuencia de la diabetes gestacional en las adolescentes fue baja (2,7 %. El principal factor de riesgo para el desarrollo de la diabetes gestacional a estas edades fue el exceso de peso al inicio del embarazo (15,7 %. La hipertensión inducida por el embarazo no se asoció con la diabetes gestacional. El mayor número de pacientes tuvo un parto transpelviano (74,3 %. La macrosomía fetal no fue un hallazgo frecuente en ninguno de los 2 grupos, mientras que el bajo peso al nacer lo fue algo más. El apgar bajo al nacer al minuto y a los 5 minutos fue, en general, un hallazgo muy infrecuente.An analytical observation study was conducted of case-control type of 113 adolescent gave birth from January 1 2006 to June 1 2006 in “America Arias” Gynecoly-Obstetrics Hospital to determine frequency of gestational diabetes and its relationship with some maternal and neonatal variables during pregnancy in adolescence. Following variables were analyzed: gestational diabetes, body mass index, presence of pregnancy-induced high blood pressure, type of labor, and weight and Apgar score of newborn. It was possible to demonstrate a low frequency of gestational diabetes in adolescents (2.7 %. Main risk factor for development of gestational diabetes at these ages was an overweight at onset of pregnancy

  11. Importancia de la detección de factores de riesgo para diabetes mellitus gestacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Neri Fernández Pombo

    Full Text Available Objetivo principal: Determinar el riesgo de padecer Diabetes Mellitus Gestacional (DMG en base a la relación de los factores de riesgo para DMG con el diagnóstico. Metodología: Estudio descriptivo realizado en una muestra de 444 gestantes durante febrero y mayo de 2013. Los datos recogidos fueron tratados con el programa SPSS. Valor significativo de p<0,05. Resultados principales: Se describió una prevalencia de DMG del 11,3%, presentando el 28,0% dos o más factores de riesgo, el 42,0% un factor de riesgo y el 30,0% ningún factor de riesgo (p< 0,001. El riesgo de padecer DMG en las gestantes con dos o más factores de riesgo fue del 3,7 (IC95% 1,7-8,4 y del 2,3 (IC95% 1,1-4,7 para aquellas con un factor de riesgo. Conclusión principal: Detectar los factores de riesgo para DMG ayudaría a reducir las complicaciones asociadas a esta patología.

  12. Crise tireotóxica associada à doença trofoblástica gestacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo David de Almeida

    2011-10-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A gonadotrofina coriônica humana (HCG e o hormônio tireotrófico (TSH apresentam analogia entre suas estruturas, assim como seus receptores. Os altos níveis de HCG encontrados nas doenças trofoblásticas gestacionais podem induzir um quadro de hipertireoidismo secundário. O objetivo deste relato é apresentar um caso em que a administração de contraste iodado precipitou um quadro de crise tireotóxica. RELATO DO CASO: Paciente com mola hidatiforme completa foi admitida no centro cirúrgico com sangramento vaginal intenso após realização de tomografia com contraste iodado. Durante indução anestésica, paciente apresentou quadro compatível com crise tireotóxica. CONCLUSÕES: A incidência de quadros graves associados à doença trofoblástica gestacional tende a diminuir com seu diagnóstico precoce. Ainda que isso aconteça, o anestesiologista deve estar atento à possibilidade de crise tireotóxica nesses pacientes.

  13. Risco crescente de melanoma de pele no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guinar Azevedo e Silva Mendonça

    1992-08-01

    Full Text Available A ocorrência de melonoma maligno de pele no Brasil é analisada a partir dos dados de mortalidade disponíveis no Ministério da Saúde e dos dados de incidência dos seis Registros de Câncer de Base Populacional, localizados em seis capitais brasileiras. Os coeficientes de incidência nessas capitais situam-se em padrões intermediários se comparadas às cifras mundiais. Para o Município de Porto Alegre, uma das capitais estudas, que apresentou os maiores coeficientes de incidência, é feita comparação entre os dados relativos ao período 1979-1982 e 1987, constatando-se que houve aumento relativo de 38% entre homens e de 11% entre mulheres. Concluiu-se pela necessidade de se conduzir estudos no Brasil entre comunidades de indivíduos de pele clara, os quais apresentam risco potencializado para o desenvolvimento de melanoma, para que sejam definidas medidas específicas e eficazes de controle.

  14. ATIVIDADE FÍSICA E MODULAÇÃO DO RISCO CARDIOVASCULAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Cichocki

    Full Text Available RESUMO Introdução: As doenças cardiovasculares são responsáveis por alto grau de morbidade e mortalidade na população mundial. Em populações saudáveis, a estimativa do risco cardiovascular tem sido calculada a partir de modelos de predição derivados de estudos prospectivos e observacionais. O escore de Framingham é um algoritmo tradicionalmente utilizado como estratégia primária de prevenção de doenças cardiovasculares em pessoas assintomáticas em um período de 10 anos. Para a determinação desse escore são considerados como fatores de risco os níveis séricos de colesterol total, colesterol HDL, pressão sistólica, diabetes mellitus, tabagismo e idade dos pacientes. Objetivo: Avaliar se a prática de atividade física é uma variável importante capaz de modular o risco obtido pelo escore de Framingham. Métodos: Foram considerados dados de 1004 indivíduos, divididos em adultos (18 a 59 anos e idosos (> 60 anos, usando o software Statistical Package for Social Sciences (SPSS para as análises estatísticas e adotando-se o nível de significância de 5% (P < 0,05 para todos os testes aplicados. Resultados: A correlação entre os fatores idade, sexo, tabagismo, hipertensão arterial e níveis séricos de HDL e o escore de Framingham foi confirmada tanto no grupo adulto como no idoso. Adicionalmente, nossas análises demonstraram correlação estatisticamente significativa entre a prática de atividade física e o risco calculado por esse escore, ficando evidente que indivíduos adultos ou idosos que praticam atividade física moderada ou intensa apresentam menor risco de desenvolver doença cardiovascular num período de 10 anos. Conclusão: Nossos dados demonstram que a prática de atividade física moderada ou intensa pode modular o escore de Framingham e assim como idade, sexo, tabagismo, hipertensão arterial e níveis séricos de colesterol total e HDL, deve ser considerada entre os fatores de risco de doen

  15. Jornalismo científico e risco epidemiológico Scientific journalism and epidemiological risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olinda do Carmo Luiz

    2007-06-01

    Full Text Available A importância dos meios de comunicação na construção simbólica tem sido reconhecida por diversos segmentos. Dentre as inúmeras matérias nos jornais diários sobre saúde, muitas se referem a estudos médicos cujas fontes são publicações científicas tendo como foco um novo risco. A divulgação nos meios de comunicação de massa sobre os estudos de risco também é tema de editoriais e artigos em revistas científicas, enfocando o problema das distorções e a elaboração de notícias contraditórias. O presente artigo tem como objetivo explorar os significados e conteúdos da divulgação científica dos estudos sobre risco nos jornais diários de grande circulação. Foram analisadas as notícias e as respectivas publicações científicas que serviram de fonte durante o ano de 2000. Observou-se que "risco" é apresentado nas pesquisas científicas como uma "caixa preta" na acepção de Latour e que as notícias ocultam as controvérsias científicas e atribuem uma dimensão maior à associação entre hábitos comportamentais e a ocorrência das doenças, ressaltando ainda mais os aspectos individuais da abordagem epidemiológica em detrimento do enfoque coletivo.The importance of the communications media in the construction of symbols has been widely acknowledged. Many of the articles on health published in the daily newspapers mention medical studies, sourced from scientific publications focusing on new risks. The disclosure of risk studies in the mass media is also a topic for editorials and articles in scientific journals, focusing the problem of distortions and the appearance of contradictory news items. The purpose of this paper is to explore the meaning and content of disclosing scientific risk studies in large-circulation daily newspapers, analyzing news items published in Brazil and the scientific publications used as their sources during 2000. The "risk" is presented in the scientific research projects as a "black box

  16. Estimating gestational age and its relation to the anthropometric status of newborns: a study comparing the Capurro and ultrasound methods with last menstrual period Estimativa da idade gestacional e sua relação com o estado antropométrico em recém-nascidos: uma comparação dos métodos Capurro e ultrassonográfico com a data da última menstruação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Pussick Nunes

    2011-03-01

    Full Text Available OBJECTIVE: to assess the accuracy of the Capurro somatic and ultrasound methods, taking date of last menstruation as a reference point, for evaluating gestational age and anthropometric classification of term newborns. METHODS: a prevalence study was carried out involving 309 pregnant women and their term newborns, 92 of whom were small for gestational age and 217 appropriate sized for gestational age, at two public maternity hospitals in the Brazilian city of Salvador. The evaluation of the differences between the median gestational age according to the two methods was carried out using the non-parametric "Wilcoxon Signed-Rank Test." The accuracy of the methods for evaluating gestational age for the small for gestational age newborns was estimated by calculating the sensitivity, specificity, positive predictive value, negative predictive value and ROC (Receiver Operating Characteristic curve. RESULTS: compared to ultrasound, the Capurro method overestimated the gestational age in newbornsof less than 39 weeks and underestimated it in older newborns. Ultrasound underestimated gestational agein newborns with more than 37 weeks. CONCLUSION: ultrasound was found to have greater sensitivity for prediction of small for age newborns (96.6%, while the Capurro method presented greater specificity (75.5%. The highest accuracy was obtained using ultrasound in the 41st gestational week (ROC=77.0%.OBJETIVOS: avaliar a acurácia dos métodos físico de Capurro e da ultrassonografia (USG, tomandocomo referência o método da data da última menstruação (DUM, na avaliação da idade gestacional e classificação antropométrica de recém-nascidos (RN a termo. MÉTODOS: estudo de prevalência, envolvendo 309 puérperas e seus recém-nascidos a termo, sendo 92 pequenos para idade gestacional (PIG e 217 adequados para idade gestacional (AIG, de duas maternidades públicas de Salvador. A avaliação das diferenças entre as medianas da idade gestacional segundo

  17. Transfusão intra-uterina em fetos afetados pela doença hemolítica perinatal grave: um estudo descritivo Intrauterine transfusion in fetuses affected by severe perinatal hemolytic disease: a descriptive study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dorival Antônio Vitorello

    1998-04-01

    Full Text Available Objetivo: analisar 54 transfusões intravasculares intra-uterinas (TIVs, ressaltando complicações do procedimento e morbimortalidade perinatal. Material e Métodos: fetos submetidos a TIVs na Clínica Materno-Fetal e Maternidade Carmela Dutra (Florianópolis, SC, entre janeiro de 1992 e agosto de 1997, foram incluídos no estudo. As características das gestantes, dados relativos ao procedimento e ao recém-nascido foram tabulados para análise e apresentados de forma descritiva, utilizando-se percentagem, média, desvio padrão, mediana, variação e risco relativo (RR com intervalo de confiança de 95% (IC conforme apropriado. Resultados: foram realizadas 50 TIVs e quatro ex-sangüíneo transfusões em 21 fetos. Houve quatro óbitos (20%, três dos quais (75% ocorridos em fetos hidrópicos. A idade gestacional média quando da primeira transfusão foi de 29,1 semanas. A concentração média de hemoglobina foi de 5,69 mg/dl. A taxa de mortalidade decorrente do procedimento foi de 7,4%. A idade gestacional média ao nascimento foi 33,9 semanas e o peso médio foi 2.437 gramas. Sessenta e cinco por cento dos recém-nascidos receberam ex-sangüíneo transfusão complementar. Conclusão: a taxa de mortalidade por procedimento (7,4% foi semelhante à relatada na literatura mundial. A taxa de mortalidade perinatal (20% foi mais elevada do que a relatada na literatura estrangeira, mas inferior à relatada em estudo conduzido no Brasil, no qual a prevalência de fetos hidrópicos foi semelhante.Objective: to report 54 intrauterine intravascular transfusions (IITs, describing procedure related complications and associated perinatal morbidity and mortality. Methods: fetuses undergoing IITs at Clínica Materno-Fetal and Maternidade Carmela Dutra, Florianópolis, SC, between January 1992 and August 1997 were included in the study. Patients demographics, procedure and newborn related data were tabulated for analysis and presented in descriptive form

  18. Fatores de risco cardiovascular em adultos jovens de um município do Nordeste brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emiliana Bezerra Gomes

    2012-08-01

    Full Text Available Objetivou-se averiguar fatores de risco cardiovasculares em adultos jovens num interior do Nordeste brasileiro. Estudo quantitativo realizado com 351 escolares adultos jovens de 12 escolas públicas em Juazeiro do Norte, Ceará, selecionados aleatoriamente e estratificados por escola e turno. Os resultados apresentaram maioria feminina, mestiça, conciliando estudo e trabalho, sem companheiro(a e morando com os pais. Houve sedentarismo (57,3%, obesidade/sobrepeso (19,4%, adição de sal à comida (54,4%, ingestão alcoólica (76,1%, hipertensão arterial (1,1% com 50% de não adesão ao tratamento, diabetes mellitus (0,6% e antecedentes familiares de doenças cardiovasculares (86,3%. Caracterizar os riscos cardiovasculares entre os adultos jovens direciona ações de saúde e potencialidades nas parcerias com as escolas.

  19. Dieta habitual e fatores de risco para doenças cardiovasculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Cervato

    1997-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Estudo descritivo por amostragem em munícípio do Estado de São Paulo, Brasil, em 1990, com objetivo de analisar, mediante entrevistas domiciliares, a dieta habitual e fatores de risco para doenças cardiovasculares em indivíduos maiores de 20 anos. METODOLOGIA: Foram entrevistados 557 indivíduos, de idade entre 20 e 88 anos, que fazem parte de subamostra de um estudo global na região. A dieta habitual, identificada pelo histórico alimentar foi comparada às recomendações da OMS e os fatores de risco estudados (obesidade, dislipidemias, diabetes melito diagnosticados pelo Índice de Massa Corpórea e dosagens bioquímicas. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Observou-se que 60% da população consome dieta com energia total abaixo da estimativa das necessidades e que a contribuição calórica dos carboidratos foi de 56%, dos lipídios de 29% e das proteínas de 15%. Entretanto, na análise por percentil, a contribuição calórica dos lipídios e das proteínas encontra-se muito acima dos padrões recomendados em detrimento dos carboidratos. A energia, distribuição calórica e quantidade de colesterol foi adequada em apenas 5% das dietas. Dentre os fatores de risco para doenças cardiovasculares estudados observou-se a prevalência de obesidade em 38% dos indivíduos, de dislipidemias em 26% e de diabetes melito em 5%. A atividade física leve preponderante com dieta inadequada, tanto em termos de qualitativos quanto quantitativos, agravam ainda mais esse quadro.

  20. Conhecimento de mulheres com diabetes mellitus sobre cuidados pré-concepcionais e riscos materno-fetais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Escolástica Rejane Ferreira Moura

    2012-02-01

    Full Text Available Objetivou-se descrever o perfil reprodutivo de mulheres com diabetes mellitus (DM e verificar o nível de conhecimento destas quanto aos riscos maternos e fetais e os cuidados pré-concepcionais. Estudo exploratório, que contou com a participação de 106 mulheres, realizado no Centro Integrado de Hipertensão e Diabetes, de março a julho de 2009. As variáveis reprodutivas foram: número de gestações, partos e abortos e planejamento da gravidez. Os dados foram coletados por meio de entrevista que seguiu um formulário pré-estabelecido. O perfil reprodutivo de mulheres com DM mostrou-se permeado de riscos e repercussões reprodutivas negativas à saúde materna e fetal. Das 106 (100% mulheres estudadas, 44 (41,5% apresentaram conhecimento moderado sobre os cuidados pré-concepcionais e 58 (54,7% conhecimento limitado sobre os riscos maternos e fetais. Faz-se necessário oferecer informações às mulheres a fim de promover o conhecimento sobre os riscos maternos e fetais e os cuidados pré-concepcionais.

  1. Fatores associados aos comportamentos de risco à saúde entre adolescentes brasileiros: uma revisão integrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Ramos de Moura

    2018-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Identificar o conhecimento sobre fatores associados aos comportamentos de risco para a saúde entre adolescentes brasileiros. Método: Revisão integrativa da literatura nas bases de dados Cochrane, IBECS, LILACS, MEDLINE e SciELO, em relação aos comportamentos de risco recomendados pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças. Resultados: Analisaram-se 37 estudos, com predomínio do comportamento sexual de risco, uso do tabaco e comportamento violento. O avançar da idade favoreceu o sexo desprotegido, o uso do álcool e tabaco. A influência familiar e de amigos relacionou-se com tabagismo e alcoolismo. O sexo masculino envolveu-se mais em situações de violência e o sexo feminino associou-se à inatividade física. Pertencer a classes econômicas mais baixas relacionou-se com sexo desprotegido, inatividade física, comportamento alimentar não saudável e violência. Estudar em escola privada referiu-se ao comportamento alimentar não saudável. Conclusão: Comportamentos de risco relacionaram-se a fatores sociais, econômicos e familiares e tendem a se aglomerar.

  2. Atividade do mototaxista: riscos e fragilidades autorreferidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariéli Brum da Silva

    2011-12-01

    Full Text Available Pesquisa descritiva, de abordagem qualitativa que teve como objetivo identificar riscos ocupacionais e fragilidades autorreferidas por mototaxistas. Os dados foram coletados, no primeiro semestre de 2010, mediante entrevistas junto a doze mototaxistas, convidados a participar, e que trabalham em dois pontos centrais de um município do interior do estado do Rio Grande do Sul. Os dados foram tratados por meio da análise temática, a partir da qual foram reveladas cinco categorias. De acordo com a percepção dos sujeitos, os acidentes e os assaltos representam os maiores riscos da profissão. Pode-se inferir que ações de educação em saúde e de prevenção de agravos podem ser estratégias governamentais e não governamentais que agregam valor à saúde e segurança destes trabalhadores.

  3. O risco sistémico

    OpenAIRE

    Murteira, Mário

    2010-01-01

    Num contexto de «risco sistémico» generalizado, são necessários agentes ágeis, capazes de uma actuação eficaz no mercado global. É preciso prever, prevenir ou superar, quanto possível, os factos nocivos de maior ou menor envergadura que se associam aos diferentes tipos de risco, no referente à segurança das pessoas, à degradação ambiental, à saúde pública ou ao rendimento individual. Encontramos aqui a necessidade de certo tipo de regulação de múltiplas dimensões. In a context of widesprea...

  4. Fatores preditivos de hipertensão gestacional em adolescentes primíparas: análise do pré-natal, da MAPA e da microalbuminúria Predictive factors for pregnancy hypertension in primiparous adolescents: analysis of prenatal care, ABPM and microalbuminuria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Coeli Marques de Carvalho

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Quantificar a prevalência de HG em adolescentes primíparas; definir fatores de preditividade para a ocorrência de HG e sua repercussão nos recém-nascidos. MÉTODOS: Foram acompanhadas 29 adolescentes primíparas durante o pré-natal até a 12ª semana de puerpério, com idade média de dezesseis anos, do ambulatório do Serviço de Adolescentes da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC da Universidade Federal do Ceará (Fortaleza. As gestantes foram dividas em dois grupos; ou seja, nas que permaneceram normotensas (Grupo I e naquelas que desenvolveram hipertensão gestacional -HG - (Grupo II. As variáveis investigadas na avaliação de valor de preditividade no desenvolvimento de HG foram valores antropométricos, aspectos socioeconômicos, o hábito de fumar, a hereditariedade para HAS (pai/mãe, os exames do pré-natal solicitados na primeira consulta do pré-natal e a microalbuminúria e a monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA na 28ª semana de gestação. As gestantes foram acompanhadas no parto e no puerpério tardio (12ª semana de puerpério. Os recém-nascidos das mães do nosso estudo foram avaliados ao nascer pelos índices de APGAR e de Capurro, peso, estatura e pela presença de hipóxia perinatal. RESULTADOS: A prevalência de HG foi de 51,7% . A hereditariedade para HAS apresentou-se com o maior valor de preditividade para HG com odds ratio de 10,99. A pressão arterial diastólica maior ou igual a 70 mmHg, na idade média gestacional de 35 semanas, apresentou significância estatística como valor de preditividade para HG. Na MAPA encontramos valor de preditividade para HG: carga pressórica diastólica em vigília, carga pressórica sistólica e diastólica no sono noturno, variabilidade pressórica e pressão máxima diastólica no sono. Especificamente a pressão arterial diastólica (PAD máxima na MAPA no período do sono noturno ³64 mmHg apresentou odds ratio de 6 para HG com

  5. Comportamentos de risco para os transtornos alimentares e traços perfeccionistas em atletas de atletismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    Full Text Available Resumo O objetivo do estudo foi analisar a influência do perfeccionismo nos comportamentos de risco para os transtornos alimentares de atletas adolescentes do sexo feminino da modalidade atletismo. Fizeram parte do estudo 52 atletas da modalidade de atletismo de clubes da cidade de São Paulo/SP com idade entre 12 e 17 anos. Utilizaram-se as subescalas do Eating Attitudes Test (EAT-26 e a Multidimensional Perfectionism Scale (MPS para avaliar os comportamentos de risco para os transtornos alimentares e os traços perfeccionistas, respectivamente. Conduziu-se a regressão linear múltipla stepwise para analisar a influência dos perfeccionismo nos comportamentos de risco para os transtornos alimentares. Os resultados indicaram influência da MPS nos escores das subescalas Dieta (F(1, 44 = 5,74; p = 0,05 e Autocontrole Oral (F(1, 44 = 6,13; p = 0,04 do EAT-26. No entanto, não foi evidenciado impacto da MPS nos escores da subescala Bulimia e Preocupação com 0 Alimenta (F(1, 44 = 1,26; p = 0,22. Assim, em razão da investigação apresentar delineamento transversal, pressupõe-se que as atletas de atletismo com traços perfeccionistas podem estar mais susceptíveis para a restrição alimentar e a influência ambiental para a ingesta alimentar.

  6. Percepção de Mudanças Climáticas e Riscos Ambientais Urbanos no Varjão - Distrito Federal

    OpenAIRE

    Oliveira, Fabíola Heidrich; Andrade, Renata Marson Teixeira

    2012-01-01

    Este estudo analisa a percepção de líderes co- munitários sobre riscos ambientais e impactos da mudança climática na cidade do Varjão, Distrito Federal, um lugar caracterizado por vulne- rabilidade social e ambiental. Foram abordadas, também, as estratégias de comunicação de risco e de percepção de riscos ambientais pela administração local. O método aplicado utilizou pesquisa exploratória com base em entrevistas com moradores e observações dos pesquisadores. Os resultados revelaram que os en...

  7. Riscos químicos a que estão submetidos os trabalhadores de enfermagem: uma revisão de literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Xelegati Rosicler

    2003-01-01

    Full Text Available O estudo consiste em levantamento bibliográfico nas bases de dados LILACS, MEDLINE e ILO-CIS BULLETIN - SAFETY AND HEALTH AT WORK sobre a temática riscos ocupacionais químicos, tendo como objetivo identificar, nas publicações encontradas, os principais agentes que podem favorecer o contato com esses riscos e provocar alterações de saúde nos trabalhadores de enfermagem. Foram encontrados 37 artigos, sendo apenas quatro publicados em periódicos nacionais que relatavam a detecção dos riscos químicos na manipulação de drogas citostáticas, na exposição a gases anestésicos, vapores de formaldeído/glutaraldeído e a gases esterilizantes, entre outros.

  8. Cuidados pré-natais e puerperais às gestantes de um centro de saúde de Minas Gerais quanto ao risco de pré-eclâmpsia: aspectos clínicos, nutricionais e terapêuticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrick Leonardo Nogueira da Silva

    2017-10-01

    Full Text Available Introdução: A pré-eclâmpsia é uma condição específica da gestação que envolve a falência de diversos órgãos e está associada à hipertensão, à retenção generalizada de líquido (edema e à proteinúria. Trata-se de uma patologia obstétrica que surge após a vigésima semana de gestação, sendo mais frequente no terceiro trimestre, e que se estende até o puerpério. Objetivo: Avaliar os aspectos clínicos, nutricionais e terapêuticos nos cuidados pré-natais e puerperais às gestantes de um centro de saúde de Minas Gerais quanto ao risco de pré-eclâmpsia. Método: Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, documental, com abordagem quantitativa realizado em um centro de saúde, em que a amostra foi composta por 36 mulheres em acompanhamento pré-natal e puerperal. Foi utilizado um questionário semiestruturado como instrumento de coleta de dados. Utilizou-se, ainda, o prontuário clínico de atendimento ambulatorial e o cartão da gestante para a captação dos dados. O tratamento estatístico se deu por meio de epidemiologia descritiva simples não paramétrica e não probabilística. Resultados: Houve prevalência de gestantes jovens; com idade entre 18-24 anos; primigestas; sem acompanhamento puerperal, antecedentes familiares e pessoais de doença hipertensiva. Houve predomínio de quatro refeições diárias com restrições hipersódicas. Apenas 10,8% utilizavam plantas medicinais, faziam uso de polifarmácia devido à sintomatologia múltipla da gestação, e manifestavam condutas quanto ao tratamento de modo a gerar falhas e comprometer a evolução gestacional. Conclusão: Há falhas no acompanhamento profissional à gestante em nível de Atenção Primária à Saúde, principalmente no que diz respeito à terapêutica, de modo a comprometer a qualidade da gravidez.

  9. Estudo comparativo entre meios de captação de vapores de mercúrio para avaliação do risco de intoxicação profissional A comparative study among methods of sampling mercury so as to evaluate occupational intoxication risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Colacioppo

    1977-09-01

    Full Text Available Estudo comparativo entre os meios de captação de vapores de mercúrio mais viáveis: absorção em permanganato de potássio em meio ácido, absorção em solução de iodo e iodeto, adsorção em carvão ativo e adorção em hopcalita. É descrito um processo de produção de atmosfera padrão de vapores de mercúrio para testar os diferentes meios, e o que maior acuidade e precisão apresentou foi o que utiliza absorção em permanganato em meio ácido.This is a comparative study of the most feasible methods of sampling mercury vapour. Absorption in acid permanganate, absorption in iodine and iodide solutions, adsorption in activated charcoal, and in hopcalite. A process to produce a standard atmosphere of mercury vapour to test the different methods is described. The method showing greatest accuracy and precision was found to be absorption in acid permanganate.

  10. Risk factors for bronchopulmonary dysplasia in five Portuguese neonatal intensive care units Factores de risco de displasia broncopulmonar em cinco unidades portuguesas de cuidados intensivos neonatais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hercília Guimarães

    2010-06-01

    Full Text Available The pathogenesis of bronchopulmonary dysplasia (BPD is clearly multifactorial. Specific pathogenic risk factors are prematurity, respiratory distress, oxygen supplementation, mechanical ventilation (MV, inflammation, patent ductus arteriosus (PDA, etc. Aim: To evaluate BPD prevalence and to identify risk factors for BPD in five Portuguese Neonatal Intensive Care Units in order to develop better practices the management of these newborns. Material and methods: 256 very low birth weight infants with gestational age (GA 0.30 (85 vs 5 days, respectively in BPD and no BPD patients, pA displasia broncopulmonar (DBP é multifactorial. Prematuridade, doença da membrana hialina, oxigénio, ventilação mecânica, inflamação e canal arterial são alguns dos factores na sua patogénese. Objectivo: Avaliar a prevalência da DBP e seus factores de risco em cinco unidades portuguesas, para implementar boas práticas no tratamento deste doentes. Material e métodos: 256 recém-nascidos (RN com idade gestacional (IG 0,30 (85 vs 5 dias, respectivamente nos doentes com e sem DBP, p<0,001. Comentários: Os factores de risco de DBP mais relevantes foram o baixo peso, a doença da membrana hialina grave, a duração da ventilação mecânica e da oxigenoterapia e a sépsis. A implementação das boas práticas para reduzir a lesão pulmonar nos RN deve ser dirigida para melhorar as práticas que reduzem estes factores de risco.

  11. Avaliação da adequação do rastreamento e diagnóstico de Diabetes Mellitus Gestacional em puérperas atendidas em unidade hospitalar de dois municípios da região do Vale do São Francisco - Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Audimar de Sousa Alves

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivos: avaliar a adequação do rastreamento e do diagnóstico de diabetes mellitus gestacional em puérperas atendidas em unidade hospitalar de dois municípios da região do Vale do São Francisco. Métodos: estudo descritivo, com 1340 puérperas que pariram no Hospital Dom Malan-IMIP-PE e Maternidade Municipal de Juazeiro-BA, de abril de 2011 a janeiro de 2012. Excluídas aquelas com diagnóstico prévio de diabetes mellitus, sem pré-natal sem exames acessíveis. Foram construídas tabelas de distribuição de frequência e medidas de tendência central e dispersão. Resultados: a média de idade gestacional da solicitação da glicemia de jejum foi 14 semanas, adequada em 46%. A idade gestacional média da realização da glicemia foi 16 semanas, realizada até 30 dias após solicitação em 37,9%; recebimento do resultado ocorreu em média na 20ª semana, adequada em 33,4%. A segunda glicemia de jejum foi solicitada e interpretada adequadamente em 28,1% dos casos; 20,8% tiveram resultados glicêmicos da primeira e segunda glicemia de jejum igual ou superior a 85 mg/dL e 11,9% não realizaram ou receberam a glicemia de jejum. Inadequação no rastreamento/diagnóstico detectada em 76,9% (n=1022, e 5,0% (n=67 de quem realizou Teste Oral de Tolerância a Glicose. Alguma inadequação foi observada em 91,9% durante o rastreio. Conclusões: o rastreio/diagnóstico do diabetes gestacional entre as puérperas estudadas foi realizado inadequadamente.

  12. Fatores psicológicos de risco e protetores associados à ideação Suicida em Adolescentes

    OpenAIRE

    Brás, Marta; Jesus, Saul; Carmo, Cláudia

    2016-01-01

    Os adolescentes são referenciados como um grupo de risco de suicídio, no Plano Nacional de Prevenção do Suicídio (DGS, 2013), pelo que importa estudar a sua vulnerabilidade psicológica para os atos suicidas. O presente estudo teve como principal objetivo estudar a relação dos fatores psicológicos de risco e de proteção com a ideação suicida. A amostra foi constituída por 344 adolescentes, com idades compreendidas entre os 14 e os 19 anos (M = 16,97; DP = 1,11), dos quais 144 eram do sexo masc...

  13. Internação domiciliar: risco de exposição biológica para a equipe de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosely Moralez de Figueiredo

    2012-02-01

    Full Text Available Estudo exploratório e prospectivo, de abordagem quantitativa que visou caracterizar as ações que envolviam risco biológico durante o atendimento de profissionais no Serviço de Internação Domiciliar do Hospital Municipal de São Carlos, SP. No acompanhamento das 159 visitas, realizadas no período de junho de 2008 a janeiro de 2009, foram observados 347 procedimentos sendo que, entre os com risco de exposição biológica, foram identificados curativos (31,1%, glicemia capilar (14,4% e acesso vascular (3,1%. A ocorrência de adesão à higienização prévia das mãos foi de 21,5%, 66,3% no uso de luvas e de 83,5% no descarte adequado do perfurocortante. Conclui-se que esses profissionais estão sujeitos a riscos semelhantes aos encontrados na área hospitalar, uma vez que também manipulam sangue e material perfurocortante com muita frequência e apresentam baixa adesão às precauções padrão. Estudos que avaliem a influência das características dos domicílios nesse risco devem ser estimulados.

  14. Percepção de Mudanças Climáticas e Riscos Ambientais Urbanos no Varjão - Distrito Federal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Heidrich Oliveira

    2012-12-01

    Full Text Available Este estudo analisa a percepção de líderes co- munitários sobre riscos ambientais e impactos da mudança climática na cidade do Varjão, Distrito Federal, um lugar caracterizado por vulne- rabilidade social e ambiental. Foram abordadas, também, as estratégias de comunicação de risco e de percepção de riscos ambientais pela administração local. O método aplicado utilizou pesquisa exploratória com base em entrevistas com moradores e observações dos pesquisadores. Os resultados revelaram que os entrevistados têm a percepção de que as mudanças climáticas significam riscos para a segurança do assentamento e essa percepção provoca “medo” na maioria dos entrevistados. Os principais ris- cos ambientais percebidos pela comunidade no Varjão estão associados a chuvas fortes, enxurradas e inundações, fatos ainda não assimilados como riscos ambientais por parte da administração local que, portanto, não possui programa de ações corretivas para tais ocorrências.

  15. Forma clínica e fatores de risco associados ao estrabismo na binocularidade visual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Nice Araujo Moraes Rocha

    2016-02-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Identificar e analisar fatores de risco associados ao estrabismo, dados oftalmológicos e antecedentes pessoais e familiares. Métodos: Estudo prospectivo, descritivo e analítico realizado com 240 pacientes que consultaram pela primeira vez nos ambulatórios de estrabismo. Foram avaliadas a frequência e associação entre estrabismo, dados de exames oftalmológicos e antecedentes pessoais e familiares para identificação dos fatores de risco. Resultados: Observou-se maior prevalência de estrabismo em mulheres (56,96% em relação aos homens (43,02%. A faixa etária mais atendida no ambulatório de estrabismo foi composta de crianças até 15 anos de idade (83,54%. Encontrou-se mais esotropia (55,27% que exotropia (42,20% e parcela menor de estrabismo vertical isolado (2,53%. A prematuridade foi associada ao estrabismo convergente (p=0,023 e não ao divergente (p=0,086. O diabetes mellitus materno foi associado à esotropia (p=0,024 e exotropia (p=0,036 no filho, mas a hipertensão arterial materna, uso de medicamentos para hipertensão e diabetes durante a gravidez e drogas ilícitas não foram estatisticamente significativos. Pacientes com paralisia cerebral tiveram mais associação com exotropia (p=0,008 que esotropia (p=0,019. Malformações congênitas, consanguinidade entre os pais e traumas oculares não apresentaram associação estatisticamente significativa para o estrabismo. A maioria dos pacientes com estrabismo apresentou boa acuidade visual corrigida e fundoscopia normal. Na análise de proporções a hipermetropia foi mais frequente na esotropia (68,7%. Conclusão: Os fatores de riscos internos e externos podem interferir na formação e desenvolvimento do olho na fase de plasticidade ocular, com prejuízo da binocularidade visual, podendo resultar em estrabismo. Há divergências com relação aos fatores de risco realmente associados e mais estudos são necessários para a identificação.

  16. Análise dos fatores de riscos ocupacionais do trabalho de enfermagem sob a ótica dos enfermeiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nei Santos Duarte

    Full Text Available Estudo com abordagem quantitativa e descritiva, com objetivo de identificar, na percepção dos enfermeiros chefes de unidades de internação de um hospital universitário, os riscos ocupacionais a que estão expostos. A população foi composta de 30 enfermeiros, chefes de unidade de internação. Na coleta de dados, utilizou-se um questionário estruturado proposto no Guia de Avaliação de Riscos nos Locais de Trabalho de Boix e Vogel (1997, adaptado para a aplicação em estabelecimentos de saúde por Mauro (2001. Os resultados evidenciaram que os fatores de riscos atuam sobre os trabalhadores, propiciando um ambiente desfavorável para a realização das atividades, podendo comprometer a saúde e a vida profissional destes. As variáveis predominantes foram o ambiente e a manutenção preventiva inadequados e os equipamentos de proteção individual e coletiva insuficientes e/ou inadequadamente utilizados pelos profissionais, constrangimentos ergonômicos pela manipulação de carga e postura corporal inadequadas na realização das tarefas, e ritmo de trabalho acelerado pela falta de recursos material e humano. Ressalta-se que a pesquisa proporcionou um diagnóstico referente aos riscos presentes nos ambientes de trabalho da enfermagem, proporcionando um modo operatório eficaz com menor risco de acidentes no processo de trabalho, ambientes menos insalubres e maior satisfação para o profissional e os clientes.

  17. Recém-nascido pequeno para a idade gestacional: repercussão nas habilidades motoras finas Pequeño para la edad gestacional: repercusión en las habilidades motoras finas Small-for-gestational-age newborn infant: repercussion on fine motor skills

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amabile Vessoni Arias

    2011-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar as habilidades motoras finas de lactentes nascidos a termo pequenos para a idade gestacional (PIG com as habilidades dos nascidos adequados para a idade gestacional (AIG no terceiro mês de vida. MÉTODOS: Realizou-se um estudo observacional de corte transversal. Avaliaram-se 67 lactentes (21 PIG e 46 AIG no terceiro mês de vida. Portadores de síndromes genéticas, malformações congênitas, infecções congênitas e aqueles que necessitaram de unidade de terapia intensiva neonatal foram excluídos. As Escalas Bayley II de Desenvolvimento Infantil foram utilizadas, com ênfase nos itens que avaliam as habilidades motoras finas. RESULTADOS: Não se observaram diferenças entre os grupos na escala motora (p=0,21 e mental (p=0,45 no terceiro mês de vida. No item "Alcança o Aro Suspenso", houve diferença significativa (teste Exato de Fisher; p=0,02, demonstrando maior frequência de execução para o grupo PIG no terceiro mês de vida. CONCLUSÕES: Supõe-se que a diferença encontrada no item "Alcança o Aro Suspenso" possa ser atribuída à grande ocorrência de movimentos dos braços observada no grupo PIG e não a uma condição melhor de desenvolvimento desse grupo.OBJETIVO: Comparar las habilidades motoras finas de lactantes nacidos a término pequeños para la edad gestacional (PEG con adecuados para la edad gestacional (AEG en el 3er mes de vida. MÉTODOS: Se realizó un estudio observacional de corte transversal. Se evaluaron a 67 lactantes (21 PEG y 46 AEG en el 3er mes de vida. Síndromes genéticos, malformaciones congénitas, infecciones congénitas y aquellos que necesitaron de unidad de terapia intensiva neonatal fueron excluidos. Las Escalas Bayley II y de Desarrollo Infantil fueron utilizadas, con énfasis en los ítems que evalúan las habilidades motoras finas. RESULTADOS: No se observaron diferencias entre los grupos en la escala motora (p=0,21 y mental (p=0,45 en el 3er mes de vida. En el ítem "alcanza

  18. Relacionamento entre gerenciamento de risco e sucesso de projetos Relationship between risk management and project success

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roque Rabechini Junior

    2012-01-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa feita em quatro estados brasileiros sobre adoção de práticas de gerenciamento de riscos em projetos com diferentes tipos de complexidade. A pesquisa de campo envolveu 415 projetos de nove setores econômicos distintos. O material obtido foi coletado por meio de questionário aplicado em gerentes e membros de equipe de projetos. Os resultados mostraram que há impacto significativo e positivo da adoção de práticas de gerenciamento de riscos no sucesso dos projetos. Mostrou também que há dependência entre percepção de sucesso e presença/ausência de gerente de risco, havendo impacto positivo da presença do gerente de risco no sucesso dos projetos. As principais limitações da pesquisa concernem às escolhas metodológicas de amostra não probabilística, empregando questionário baseado na percepção dos respondentes. O trabalho originalmente integra a visão de práticas de gerenciamento de riscos com resultados em projetos, servindo de base para novos estudos em outros setores e áreas de conhecimento de projetos.This paper presents the results of an investigation in four Brazilian States on the adoption of Risk Management practices in projects with different complexity levels. The field research involved 415 projects from nine different economic sectors. Data was gathered through a questionnaire applied to managers and project team members. Results showed that there are significant and positive impacts in the adoption of Risk Management practices on project success. It also showed that there is dependence between perceived success and the presence/absence of a risk manager, i.e., the presence of a risk manager has positive impacts on project success. The major limitation of this study concerns the methodological choice: non-probability sample survey based on respondents perception. The work promotes the integration between Risk Management practices and projects performance

  19. Poverty levels and children's health status: study of risk factors in an urban population of low socioeconomic level Nível de pobreza e estado de saúde das crianças: um estudo de fatores de risco em população urbana de baixo nível socioeconômico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto M.S. Issler

    1996-12-01

    Full Text Available To test the hypothesis that the low socioeconomic population living is shanty towns in Porto Alegre presents different levels of poverty which are reflected on its health status, a cross-sectional study was designed involving 477 families living in Vila Grande Cruzeiro, Porto Alegre, Brazil. The poverty level of the families was measured by using an instrument specifically designed for poor urban populations. Children from families living in extreme poverty (poorest quartile were found to have higher infant mortality rate, lower birth weights, more hospitalizations, and higher malnutrition rates, in addition to belonging to more numerous families. Thus, the shanty town population of Porto Alegre is not homogeneous, and priority should be given to the more vulnerable subgroups.Para testar a hipótese de que a população de baixo nível socioeconômico apresenta diferentes níveis de pobreza que repercutem em seu estado de saúde, foi realizado estudo transversal envolvendo 477 famílias de uma população urbana pobre residente na Vila Grande Cruzeiro, em Porto Alegre, RS, Brasil. O nível de pobreza dessas famílias foi medido por meio de um instrumento especialmente elaborado para populações urbanas pobres. Crianças oriundas de famílias vivendo em extrema pobreza (quartil inferior apresentaram maior taxa de mortalidade infantil, menor peso de nascimento, maior número de internações hospitalares e maiores índices de desnutrição, além de pertencerem a famílias mais numerosas. A população de baixo nível socioeconômico mostrou-se heterogênea em relação a diferentes indicadores de saúde. Concluiu-se que a identificação de subgrupos mais vulneráveis numa população permite concentrar as ações de saúde entre os mais necessitados.

  20. Cooperação Econômica Internacional: estudo de Caso da Petrobrás - Perspectivas e Análise dos Riscos Assumidos nos Investimentos do Brasil na Bolívia - 10.5102/uri.v4i2.230

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Barbosa Santana

    2007-10-01

    Full Text Available Os elementos conceituais da cooperação econômica são elencados no presente estudo, mostrando a relação política bilateral assignada entre Brasil e Bolívia, especialmente no que tange ao gás bolivianos e a atuação de Petrobrás. O conceito de soberania é colocado sob júdice no âmbito do acordo de cooperação firmado com a Bolívia, e a alegação da necessidade de privatização do gás, em virtude de novos parâmetros governamentais sob o Governo de Evo Morales, e as pressões dos movimentos indígenas. As questões jurídicas e econômicas imbricadas na órbita da cooperação e integração são analisadas, mesmo que a opinião pública e a mídia se voltem contra os dispositivos legais. Nesse contexto, compreende-se que os acordos internacionais sobre as políticas comerciais são processos de cooperação econômica e não de integração como alguns estudiosos apregoam. Pode até ser considerado como uma abertura que favoreça a integração, mas não há supressão de qualquer barreira discriminatória. No caso do Brasil com a Bolívia, ocorreu um processo de cooperação econômica internacional, visto que se trata de acordo que prevê benefícios mútuos e não prevê qualquer uma das fases da integração econômica. O recorte do presente manuscrito abrange o direito processual no que se refere aos mecanismos para a concretização da cooperação jurídica no âmbito da organização judiciária, forma de operacionalização, eficácia dos dispositivos que regulam o procedimento e interpretação atribuída a normas relacionadas à temática.

  1. The Rapid Ice Sheet Change Observatory (RISCO)

    Science.gov (United States)

    Morin, P.; Howat, I. M.; Ahn, Y.; Porter, C.; McFadden, E. M.

    2010-12-01

    The recent expansion of observational capacity from space has revealed dramatic, rapid changes in the Earth’s ice cover. These discoveries have fundamentally altered how scientists view ice-sheet change. Instead of just slow changes in snow accumulation and melting over centuries or millennia, important changes can occur in sudden events lasting only months, weeks, or even a single day. Our understanding of these short time- and space-scale processes, which hold important implications for future global sea level rise, has been impeded by the low temporal and spatial resolution, delayed sensor tasking, incomplete coverage, inaccessibility and/or high cost of data available to investigators. New cross-agency partnerships and data access policies provide the opportunity to dramatically improve the resolution of ice sheet observations by an order of magnitude, from timescales of months and distances of 10’s of meters, to days and meters or less. Advances in image processing technology also enable application of currently under-utilized datasets. The infrastructure for systematically gathering, processing, analyzing and distributing these data does not currently exist. Here we present the development of a multi-institutional, multi-platform observatory for rapid ice change with the ultimate objective of helping to elucidate the relevant timescales and processes of ice sheet dynamics and response to climate change. The Rapid Ice Sheet Observatory (RISCO) gathers observations of short time- and space-scale Cryosphere events and makes them easily accessible to investigators, media and general public. As opposed to existing data centers, which are structured to archive and distribute diverse types of raw data to end users with the specialized software and skills to analyze them, RISCO focuses on three types of geo-referenced raster (image) data products in a format immediately viewable with commonly available software. These three products are (1) sequences of images

  2. Utilização da terapia ultra-sônica de baixa intensidade na redução da lipodistrofia ginecóide: uma terapia segura ou risco cardiovascular transitório? Um estudo pré-clínico Use of low intensity ultrasonic therapy in the reduction of gynecoid lipodystrofy: a safe therapy or transitory cardiovascular risk? A pre-clinical study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Washington Luiz S. Gonçalves

    2005-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: A difusão do ultra-som (US como método terapêutico corroborou o perfil de segurança observado na prática médica, porém nem sempre baseado em estudos sistemáticos, sugerindo medidas de cautela e otimização da técnica. OBJETIVO: Avaliar o risco potencial da utilização do ultra-som de baixa intensidade em terapias dermatológicas e estéticas e suas implicações no sistema cardiovascular. MÉTODOS: Utilizaram-se (n=10 ratas Wistar, pesando +300g e divididas em dois grupos: controle-Sham e terapia ultra-sônica (TUS. Após anestesia induzida por halotano, as fêmeas foram submetidas à TUS modo de pulso, com potência de 1W/cm² e 3MHz freqüência, na região inguinal em área de 3cm², durante três minutos por 10 dias. Ao final do tratamento, após anestesia com (cloral hidratado 10% / 0,4ml/100g, foram cateterizadas em artéria femoral, e mensuradas a pressão arterial média (PAM e a freqüência cardíaca (FC; foi coletado sangue para dosagem do perfil lipídico e glicêmico. A seguir, o coração foi isolado e perfundido pelo método de Langendorff; após 40 minutos, foi determinada a pressão de perfusão coronariana (PPC basal e realizada curva dose-resposta de adenosina. Realizada Anova, seguida do teste de Tukey para múltiplas comparações, e as diferenças foram estabelecidas em 5%, e os valores expressos como média + EPM. RESULTADOS: Observou-se aumento (PBACKGROUND: The ultrasound (US diffusion as therapeutical methods, has corroborated the profile of security observed in the medicine practice, however, not always it has been based in systematic studies, suggesting measured caution and improvement in application on this technique. OBJECTIVES: To evaluate the potential risk of the use low intensity ultrasound (3MHz in the gynecoid lipodystrofy (cellulite treatment and in the cardiovascular system implications. METHODS: Female rats (Wistar were divided in 02 groups: Control-Sham and Ultrasound Therapy (UST

  3. Análise da associação entre índices de risco ao desenvolvimento infantil e produção inicial de fala entre 13 e 16 meses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anelise Henrich Crestani

    2015-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: investigar a associação entre presença de risco ao desenvolvimento infantil e produção inicial de fala de crianças na faixa de 13 a 16 meses de idade e analisar o valor preditivo dos índices de risco ao desenvolvimento infantil em relação à aquisição inicial da linguagem. MÉTODOS: a amostra foi constituída de 52 díades mães-bebês, seguidas em estudo de coorte de zero aos 18 meses, por meio dos Índices de risco ao desenvolvimento infantil e avaliadas quanto à produção de fala entre 13 e 16 meses por meio de lembranças espontâneas das mães e da observação do comportamento infantil. Os dados foram organizados em categorias e lançados para a análise estatística no aplicativo computacional STATISTICA 9.0. RESULTADOS: a aquisição da linguagem inicial, medida pelo número de palavras faladas pelo bebê, difere de modo significante na presença de riscos ao desenvolvimento na primeira fase (0 - 4 meses e considerando bebês que apresentaram risco em alguma das quatro fases (0 - 18 meses, visto que bebês com risco apresentam número de produção de vocábulos estatisticamente inferior em relação aos sem risco. CONCLUSÃO: pela análise dos resultados a pesquisa demonstrou associação estatística entre risco ao desenvolvimento infantil e produção inicial de fala. Quanto maior o risco menor a produção de fala.

  4. Risco e saúde no contexto do VIH/sida: o caso da prostituição na Baixa da Cidade de Maputo

    OpenAIRE

    Muianga, Baltazar Samuel

    2009-01-01

    Mestrado em Estudos Africanos. Desenvolvimento Social e Económico em África: Análise e Gestão Tendo como estudo de caso a “Rua do Bagamoyo”, na baixa da cidade de Maputo, a presente dissertação tem por objectivo identificar as estratégias a que as trabalhadoras de sexo recorrem para fazer frente ao risco de infecção pelo VIH/SIDA, por um lado e, por outro, compreender a eficácia destas respostas face aos condicionalismos sociais que influenciam significativamente a gestão de...

  5. Razões para o não-uso de drogas ilícitas entre jovens em situação de risco

    OpenAIRE

    Sanchez,Zila van der Meer; Oliveira,Lúcio Garcia de; Nappo,Solange Aparecida

    2005-01-01

    OBJETIVO: Embora existam muitos estudos a respeito dos fatores de risco ao uso de drogas, pouco se sabe sobre as razões que mantêm jovens afastados do seu consumo. O objetivo do estudo foi identificar, entre adolescentes de baixo poder aquisitivo, quais os motivos que os impediriam a experimentação e o conseqüente uso de drogas psicotrópicas, mesmo quando submetidos a constante oferta. MÉTODOS: Adotou-se metodologia qualitativa, com amostra intencional selecionada por critérios. Foram entrevi...

  6. Finanças comportamentais: o comportamento do agente decisório nos cenários de ganhos, perdas, riscos e incertezas

    OpenAIRE

    Silva Filho, Darlan Maciel da [UNESP

    2011-01-01

    As Finanças Comportamentais, com base em estudos empíricos, procuram demonstrar que os investidores nem sempre se mantêm racionais ao tomarem decisões que envolvem riscos, conforme argumentava a Teoria Neoclássica de Finanças. Este trabalho tem como objetivo contextualizar o recente campo de estudo e replicar a investigação empírica do artigo seminal de Kahneman e Tversky (1979) que aborda a Teoria do Prospecto e que constitui a base de Finanças Comportamentais. Simultaneamente, serão compara...

  7. Relação entre percepção e comportamento de risco e níveis de habilidades cognitivas em um grupo de adolescentes em situação de vulnerabilidade social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaina Aparecida Paulino

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar as correlações entre inteligência verbal e não verbal, percepção e intenção de apresentar comportamentos de risco. Quarenta e oito adolescentes, sendo 22 homens e 26 mulheres, com média de idade de 16 anos, responderam três instrumentos: Escala de Percepção e Intenção de Apresentar Comportamento Arriscado, bateria de provas de raciocínio e Teste de Matrizes Progressivas de Raven. Os resultados indicaram classificação média quanto à inteligência. Houve diferença significativa entre os gêneros para o raciocínio mecânico, com homens apresentando desempenho melhor que mulheres. Observaram-se correlações positivas entre percepção de risco legal ético e percepção de risco à saúde, raciocínio verbal e percepção de risco legal-ético e com percepção de risco à saúde, raciocínio mecânico e intenção de apresentar comportamento de risco legal-ético e com intenção de apresentar comportamento de risco financeiro. Constataram-se relações entre inteligência e percepção de risco, sendo que as habilidades intelectuais superiores parecem ajudar o indivíduo a perceber melhor as situações de risco, mas não garantem evitação de comportamentos que gerem punições e sanções derivadas do contato com o risco. Estudos como este ajudam a avaliar elementos ligados ao risco que devem ser abordados em programas sociais de cunho preventivo que visem adolescentes, como o projeto no qual esta amostra está inserida.

  8. Síndrome hipertensiva da gravidez e diabetes mellitus gestacional em uma maternidade pública de uma capital do Nordeste brasileiro, 2013: prevalência e fatores associados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alane Cabral Menezes de Oliveira

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a prevalência e os fatores associados aos desfechos 'síndrome hipertensiva da gravidez (SHG' e 'diabetes mellitus gestacional (DMG' em uma maternidade pública de Maceió-AL, Brasil. MÉTODOS: estudo transversal, realizado no ano de 2013, no hospital universitário do município, mediante aplicação de formulário padronizado, avaliação antropométrica e consulta a pareceres médicos; foram calculadas razões de prevalência (RP brutas e ajustadas e intervalos de confiança de 95% (IC95%, por regressão de Poisson. RESULTADOS: as prevalências de SHG e DHG foram, respectivamente, de 18,4% e 6,5%; o ganho ponderal excessivo mostrou-se um fator independente associado à prevalência de SHG (RP 2,91; IC95% 1,58;5,35; idade ≥35 anos (RP 4,33; IC95% 1,61;11,69 e sobrepeso (RP 2,97; IC95% 1,05;8,37 associaram-se ao DMG. CONCLUSÃO: a assistência pré-natal deve se organizar para prevenir alguns desses fatores, visando à redução da ocorrência de SHG e DMG.

  9. UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL: RISCOS FÍSICOS COMO FATORES POTENCIAIS DE AGRAVOS À SAÚDE DO TRABALHADOR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Livia Maria Nunes de Almeida

    2014-08-01

    Full Text Available As UTIN constituem-se em setores onde são internados recém-nascidos em estado grave, em situações de risco, que necessitam de recursos técnicos e humanos especializados para sua recuperação, exigindo uma abordagem integral da saúde por uma equipe multidisciplinar, cujos membros estão expostos a riscos ambientais e ocupacionais diariamente. No Brasil, há inúmeros convênios e recomendações da Organização Internacional do Trabalho (OIT, aprovados pelas Normas Regulamentadoras (NR32, por intermédio do Ministério do Trabalho que têm como objetivo eliminar ou controlar os riscos ocupacionais. Este artigo teve por objetivo geral identificar as fontes potenciais dos riscos físicos presentes em uma UTIN localizada no interior do estado do Maranhão, capazes de gerar acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. O método utilizado foi descritivo e exploratório, de campo, transversal com abordagem quantitativa. Os resultados apontaram como principais agravantes para os riscos a acidentes de trabalho: o teto com rachaduras, pisos de cor escura e sem proteção antiderrapante, armários e outros mobiliários em má conservação e instalações elétricas inadequadas. Quanto aos riscos físicos foram identificados o excesso de ruídos, o calor e a radiação. Concluiu-se ser necessário o desenvolvimento de estudos que discutam os riscos a que os profissionais da saúde da UTIN estão expostos e suas implicações, de modo a oferecer segurança a esses profissionais durante suas atividades laborais, possibilitando, consequentemente, a prestação de uma assistência de qualidade.

  10. Nível sérico de IgE total em alergia respiratória: estudo em pacientes com alto risco de infecção por helmintos Total IgE level in respiratory allergy: study of patients at high risk for helminthic infection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Décio Medeiros

    2006-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Eosinofilia e elevação de IgE sérica são expressões de atopia, contudo há fatores intervenientes como, por exemplo, as parasitoses intestinais. Esta pesquisa verifica a relação entre IgE sérica total, eosinófilos e IgE específica anti-áscaris em indivíduos portadores de asma e/ou rinite alérgica. MÉTODOS: Estudo do tipo transversal em adolescentes portadores de asma e/ou rinite alérgica que foram examinados quanto ao nível sérico de IgE total, de IgE anti-áscaris e de contagem dos eosinófilos sangüíneos. RESULTADOS: Foram analisados 101 pacientes com idade entre 12 e 21 anos. A mediana da IgE foi 660 UI/mL (P25-75 243,5-1500, e a dos eosinófilos foi 510 células/mm³ (P25-75 284-811. A IgE anti-áscaris foi positiva em 73% (74/101 da amostra, mas houve apenas 33,7% (34/101 de positividade ao parasitológico de fezes. Os coeficientes de correlação encontrados foram: 0,34 (p = 0,001 entre IgE total e eosinófilos, 0,52 (p OBJECTIVE: Eosinophilia and increased serum IgE levels are indicators of atopy; however, other factors can also play a key role, such as intestinal parasitic infections. This study assesses the relationship between total serum IgE, eosinophil count, and anti-Ascaris IgE in individuals with asthma and/or allergic rhinitis. METHODS: A cross-sectional study was carried out in adolescents with asthma and/or allergic rhinitis. The patients had their total serum IgE, anti-Ascaris IgE and eosinophil count measured. RESULTS: A total of 101 patients aged 12 to 21 years were assessed. Median IgE level was 660 IU/mL (P25-75 243.5-1500, and the eosinophil count corresponded to 510 cells/mm³ (P25-75 284-811. Anti-Ascaris IgE was positive in 73% (74/101 of the individuals, but parasitological stool examination yielded positive results in only 33.7% (34/101. The correlation coefficients were the following: 0.34 (p = 0.001 between total IgE level and eosinophil count, 0.52 (p < 0.001 between total IgE level

  11. Fatores de risco para câncer da pele não melanoma em Taubaté, SP: um estudo caso-controle Risk factors for nonmelanoma skin cancer in Taubaté, SP: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Regina Ferreira

    2011-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores associados ao câncer da pele não melanoma em Taubaté-SP. MÉTODOS: Estudo caso-controle de base hospitalar com residentes em Taubaté atendidos entre 01/01/05 e 31/12/06. Os indivíduos foram combinados 1:1 conforme gênero e idade. Foram variáveis independentes: idade, gênero, fototipo, ascendência europeia, tempo de moradia, exposição solar, tempo (em anos, número de horas e horário de exposição solar ocupacional e não ocupacional, fotoproteção, histórico familiar e fotodano. Foi utilizada a regressão logística hierarquizada em três níveis. O ajuste do modelo foi realizado pelo teste de Hosmer-Lemeshow e sua acurácia foi verificada pela curva ROC. O nível de significância foi p < 0,05. RESULTADOS: Foram 132 casos e 132 controles. Compuseram o modelo final: fototipo com OR = 3,14 (IC 95% 1,79-5,49, horas de exposição solar ocupacional 1,76 (1,04-2,99 e não ocupacional 1,80 (0,98-3,29 e histórico familiar 2,10 (1,13-3,93.Teste de Hosmer-Lemeshow, p = 0,97. Acurácia 70% (IC 95% 63-76. CONCLUSÃO: Pele clara, histórico familiar e exposição solar ocupacional e não ocupacional se associaram ao câncer cutâneo não melanoma em Taubaté-SP.OBJECTIVE: To identify factors associated with non-melanoma skin cancer in the city of Taubaté, São Paulo, Brazil. METHODS: Hospital-based case-control study with individuals residing in Taubaté, treated between January 2005 and December 2006. The subjects were matched 1:1 according to gender and age. Age, gender, phototype, European descent, time of residence, sun exposure, time (in years, number of hours and time of occupational and non-occupational sun exposure, photoprotection, family history and photodamage were independent variables. A hierarchical logistic regression was used at three levels. The model adjustment was performed using the Hosmer-Lemeshow test and its accuracy was verified by ROC curve. The significance level was p < 0.05. RESULTS

  12. Centralização da Circulação Fetal em Gestações de Alto Risco: Avaliação da Vitalidade Fetal e Resultados Perinatais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nomura Roseli Mieko Yamamoto

    2001-01-01

    Full Text Available Objetivos: analisar, nas gestações de alto risco com diagnóstico de centralização da circulação fetal, os resultados perinatais e a avaliação da vitalidade fetal de acordo com a dopplervelocimetria da artéria umbilical (AU. Métodos: foram estudadas 717 gestantes de alto risco avaliadas pelo Setor de Vitalidade Fetal da Clínica Obstétrica do HC-FMUSP. Todas foram submetidas aos exames em períodos de até 72 horas que antecederam o parto. Foram excluídas as gestações múltiplas e as com diagnóstico de malformações fetais. A centralização foi caracterizada de acordo com o valor do índice de pulsatilidade (IP da ACM (IP abaixo do 5º percentil para a idade gestacional = fetos com centralização. A dopplervelocimetria da AU foi classificada como alterada quando a relação A/B foi superior ao percentil 95 para a idade gestacional. Resultados: nas gestantes com dopplervelocimetria da AU normal (560 pacientes -- 78,1%, observamos correlação apenas entre a centralização e a cardiotocografia suspeita ou alterada (17,1%. Nas gestantes com dopplervelocimetria da AU alterada (157 pacientes -- 21,9% as médias dos seguintes parâmetros foram significativamente menores no grupo com centralização (105 casos -- 66,9%: peso do recém-nascido (1810,5±769,3 g, idade gestacional (34,4±3,6 sem e pH no nascimento (7,20±0,1. Houve também, neste grupo, correlação significativa entre a centralização e alterações na cardiotocografia (57,2%, índice de Apgar de 1º minuto inferior a 7 (43,8% e 5º minuto inferior a 7 (12,4%. Conclusões: o diagnóstico da centralização da circulação fetal pela dopplervelocimetria da ACM é significativo apenas em gestações que cursam com algum grau de insuficiência placentária, não se relacionando com piora dos resultados perinatais em gestantes com função placentária normal.

  13. Conhecimento de mulheres com diabetes mellitus sobre cuidados pré-concepcionais e riscos materno-fetais

    OpenAIRE

    Escolástica Rejane Ferreira Moura; Danielle Rosa Evangelista; Ana Kelve de Castro Damasceno

    2012-01-01

    Objetivou-se descrever o perfil reprodutivo de mulheres com diabetes mellitus (DM) e verificar o nível de conhecimento destas quanto aos riscos maternos e fetais e os cuidados pré-concepcionais. Estudo exploratório, que contou com a participação de 106 mulheres, realizado no Centro Integrado de Hipertensão e Diabetes, de março a julho de 2009. As variáveis reprodutivas foram: número de gestações, partos e abortos e planejamento da gravidez. Os dados foram coletados por meio de entrevista que ...

  14. Raiva humana transmitida por cães: áreas de risco em Minas Gerais, Brasil, 1991-1999

    OpenAIRE

    Miranda, Cristiana Ferreira Jardim de; Silva, José Ailton da; Moreira, Élvio Carlos

    2003-01-01

    Com o objetivo de identificar e caracterizar as diferentes áreas de risco para a raiva humana transmitida por cães em Minas Gerais, realizou-se um estudo observacional retrospectivo quali-quantitativo, no período de 1991 a 1999. Utilizou-se a divisão do estado em 25 Diretorias Regionais de Saúde (DRS), vinculadas à Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG). Os indicadores estudados foram a estimativa de população canina, a ocorrência de raiva canina e felina confirmada por exames...

  15. Fatores de risco associados ao sobrepeso e a obesidade em mulheres de São Leopoldo, RS

    OpenAIRE

    Teichmann,Luciana; Olinto,Maria Teresa Anselmo; Costa,Juvenal Soares Dias da; Ziegler,Denize

    2006-01-01

    OBJETIVO: Identificar a prevalência e os fatores de risco para sobrepeso e obesidade nas mulheres de São Leopoldo, RS, Brasil. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com base populacional incluindo 981 mulheres de 20 a 60 anos de idade. O sobrepeso foi definido pelo índice de massa corporal entre 25 a 29,9 Kg/m² e a obesidade foi considerada como IMC > 30 Kg/m². As medidas de efeito brutas e ajustadas foram calculadas pela Regressão de Poisson. RESULTADOS: A prevalência de sobrepeso foi...

  16. Micronutrientes antioxidantes e risco cardiovascular em pacientes com diabetes: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Aguiar Sarmento

    2013-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Associações inversas entre a ingestão de micronutrientes e desfechos cardiovasculares foram demonstradas previamente na população geral. OBJETIVO: Revisar sistematicamente o papel de micronutrientes no desenvolvimento/presença de desfechos cardiovasculares em pacientes com diabetes. MÉTODOS: Foi realizada uma busca nas bases de dados Medline, Embase e Scopus (Janeiro/1949-Março/2012 por estudos observacionais que avaliaram micronutrientes antioxidantes e desfechos cardiovasculares em pacientes com diabetes e, em seguida, os dados foram selecionados e extraídos (dois revisores independentes. RESULTADOS: Dos 15658 estudos identificados, cinco foram incluídos, sendo três de caso-controle e dois de coorte, com um acompanhamento de 7-15 anos. Uma metanálise não foi realizada devido aos diferentes micronutrientes antioxidantes (tipos e métodos de medição e os desfechos avaliados. Os micronutrientes avaliados foram: vitamina C (dieta e/ou suplementação, cromo e selênio em amostras de unha, e α-tocoferol e zinco no soro. A ingestão de > 300 mg de vitamina C a partir de uplementos esteve associada a um risco aumentado de doença cardiovascular, doença arterial coronariana (DAC e acidente vascular cerebral (RR 1,69-2,37. Altos níveis de α-tocoferol no soro foram associados a um risco 30% inferior de DAC em outro estudo (RR 0,71, IC 95% 0,53-0,94. Entre os minerais (zinco, selênio e cromo, foi observada uma associação inversa entre o zinco e a DAC: níveis inferiores a 14,1 μmol/L foram associados a um risco aumentado para DAC (RR 1,70, IC 95% 1,21-2,38. CONCLUSÃO: A informação disponível sobre essa questão é escassa. Estudos prospectivos adicionais são necessários para elucidar o papel desses nutrientes no risco cardiovascular de pacientes com diabetes.

  17. Conhecimento de estudantes de Odontologia sobre os fatores de risco para o câncer bucal

    OpenAIRE

    Souza, Glenda Tâmara; Fonseca, Luciana Guedes; Araújo, Amanda Miranda Brito; Freitas, Daniel Antunes; Sousa, Árlen Almeida Duarte de

    2017-01-01

    Objetivo: Avaliar o conhecimento de acadêmicos de odontologia acerca do câncer bucal e seus fatores de risco, bem como a presença destes fatores nos próprios estudantes. Métodos: Trata-se de uma pesquisa descritiva, quantitativa e transversal. Todos os estudantes do curso de odontologia de uma instituição de ensino privada que cursavam do 7º ao 10º período de formação foram convidados a participar do estudo. Os estudantes responderam a um questionário estruturado relacionado à prevalência e c...

  18. Fatores de Risco Evidenciados pelas Maiores Empresas Listadas na BM&FBOVESPA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Carlos Klann

    2015-01-01

    Full Text Available O risco está presente em qualquer empresa, em qualquer setor. Nesse sentido, o objetivo da pesquisa é identificar os tipos de risco evidenciados nos Formulários de Referência das maiores empresas de cada setor listadas na BM&FBovespa. Os riscos podem ser classificados em: risco de crédito, risco legal, risco de mercado, risco operacional, risco estratégico, risco de liquidez e risco ambiental. Conforme os resultados encontrados, os mais divulgados pelas empresas são: risco legal (87,5%, risco estratégico (85% e risco de mercado (82,5%. O risco de crédito apresenta o menor nível de divulgação (50%, bem como o risco de liquidez relativo aos investimentos (55%. Conclui-se que a gestão de risco está relacionada às particularidades de cada organização, sendo que os tipos de riscos podem se modificar de acordo com a classificação setorial das empresas.

  19. Estudo comparativo da ultrafiltração convencional e associação de ultrafiltração convencional e modificada na correção de cardiopatias congênitas com alto risco cirúrgico Comparative study of standard ultrafiltration and its association with modification for the correction of high surgical risk congenital heart diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Angel MALUF

    1999-07-01

    Full Text Available A necessidade de correção cirúrgica de má-formações cardíacas complexas, que requerem tempos prolongados de circulação extracorpórea (CEC aumentou a morbimortalidade devido a retenção hídrica e reação inflamatória sistêmica. O objetivo deste estudo é comparar a evolução pós-operatória imediata de pacientes submetidos a ultrafiltração convencional (UFC durante a CEC e ultrafiltração modificada (UFM após CEC. Quarenta e um pacientes submetidos a correção cirúrgica de cardiopatias congênitas foram divididos em 2 grupos: G1: 21 pacientes com idade de 15 dias a 36 meses (mediana: 11 meses e peso de 3,6 a 13,5 kg (M: 7,27 ± 3,07, operados entre 1996 e 1997, foram submetidos a UFC. G2: 20 pacientes com idade de 9 dias a 36 meses (mediana: 5,5 meses e peso entre 2,2 e 12 kg (M: 5,7 ± 2,5, operados entre 1997 e 1998, foram submetidos a UFC+UFM. Dentre as operações mais freqüentes temos: ventriculosseptoplastia, 15 (36,5% casos; operação de Jatene, 10 (24,3% casos; correção de defeito septal A-V total, 7 (17,0% casos etc. A análise estatística de idade, peso e complexidade cirúrgica mostrou semelhança entre os grupos. Houve 6 (28,5% óbitos no G1 e 4 (20% no G2, (p=0,71. O volume médio ultrafiltrado no G1 (UFC foi 143,3 ml e no G2 (UFC+UFM foi 227,0 ml, (pSurgical correction of complex cardiac malformations that require extended extracorporeal circulation (ECC increase morbidity/mortality due to water retention and systemic inflammatory reaction. The purpose of this study is to compare the immediate postoperative evolution of patients submitted to conventional ultrafiltration (CUF during ECC and modified ultrafiltration (MUF after ECC. Forty-one patients submitted to surgical correction of congenital cardiac disease were divided into 2 groups: G1 - 21 patients with ages from 15 days to 36 months (median 11 months and weighing from 3.6 kg (M: 7.27 ± 3.07, operated on between 1996 and 1997 were submitted to CUF

  20. O biopoder e a gestão dos riscos nas sociedades contemporâneas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Vieira Caliman

    Full Text Available Tendo em vista as transformações no tecido social moderno e nos elementos do biopoder, característico deste período histórico, este artigo visa a contribuir com a reflexão acerca da dinâmica do poder sobre os corpos e sobre a vida na atualidade. Argumenta-se, baseando-se em estudos foucaultianos, que a centralidade da gestão dos riscos no mundo contemporâneo intensifica, não sem alterar, aspectos fundamentais do biopoder moderno. As políticas de assistência social brasileiras e as transformações no cenário da saúde pública, centradas na noção de risco, são analisadas como dispositivos de governo. Discute-se também como nesse processo a vida se torna, ao mesmo tempo, alvo de controle e espaço de resistência. Conclui-se que a análise das novas formas de subjetivação resultantes da integração do capital e da nova tecnologia do risco é fundamental na construção de uma nova estilística da existência e na criação de novos parâmetros analíticos para nossa atualidade. A nova situação abrange fatores complexos, contraditórios e em constante tensão, sendo possível falar da criação de uma infinidade de novos lugares de negociação, de poder, de alívio ou de desencadeamento do sofrimento, que necessitam da criação de outras mentalidades de análise.

  1. Fatores determinantes do risco país brasileiro: uma análise empírica do risco país específico Determinant Factors of Brazilian Country Risk: An Empirical Analysis of Specific Country Risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Felix Teixeira

    2008-07-01

    Full Text Available Muitos estudos em finanças internacionais tentam investigar até que ponto fatores econômicos externos e internos constituem fatores determinantes significativos do risco-país. O presente artigo tem como finalidade estudar o Risco Brasil no período 1992-2003, com base em três modelos: i o primeiro modelo analisa os determinantes econômicos internos do risco-país; ii o segundo modelo tem o mesmo propósito do primeiro, sendo que a variável grau de aversão ao risco global, que serve de proxy para o componente externo do risco, é incluída no grupo de variáveis explicativas; iii no último modelo, o enfoque é sobre a relação entre o risco-país específico (risco-país menos o componente externo e os fundamentos econômicos. Many studies in international finance try to investigate to what extent domestic and external economic factors constitute significant determinant factors of international country risk. This article tries to analyze, for the period 1992-2003, Brazilian country risk from the point of view of three empirical models: i First, the internal economic determinants of the country risk; ii the second has the same purpose as the first, with the difference that the variable “intensity of global risk aversion”, that serves as proxy for the external component of the risk, is included in the group of explanatory variables; iii in the last model the emphasis is on the relation between specific country risk (country risk minus the external component and the internal and external economic determinants.

  2. Effect of pelvic floor muscle training on labour and newborn outcomes: a randomized controlled trial Efeitos do treinamento da musculatura do assoalho pélvico sobre o parto e recém-nascido: estudo controlado randomizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia A. R. Dias

    2011-12-01

    anos, e que eram capazes de contrair a musculatura do assoalho pélvico. As gestantes foram incluídas no estudo com 20 semanas de idade gestacional, e realizava-se a avaliação da pressão de contração vaginal pela contração da musculatura do assoalho pélvico. Elas foram randomizadas em dois grupos: grupo de treinamento e grupo controle. Todas as voluntárias tiveram o trabalho de parto e os resultados dos recém-nascidos avaliados por meio de consulta ao prontuário por um pesquisador não envolvido com o grupo de treinamento. RESULTADOS: Não houve diferença significativa entre os grupos quanto à idade gestacional no nascimento, tipo de parto, duração da segunda fase de trabalho de parto, tempo total de trabalho de parto, prevalência da laceração perineal, peso e tamanho do bebê e índice de Apgar. Nenhuma correlação foi encontrada entre a força muscular do assoalho pélvico e a segunda fase ou a duração total do trabalho de parto. CONCLUSÕES: Este ensaio clínico randomizado não verificou qualquer influência do treinamento muscular do assoalho pélvico e da força dos músculos do assoalho pélvico sobre o trabalho de parto e os resultados do recém-nascido.

  3. Rede FIBRA-RJ: fragilidade e risco de hospitalização em idosos da cidade do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariangela Perez

    2013-07-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi determinar o perfil de risco e fatores associados à fragilidade em idosos da comunidade. A população-fonte constituiu-se de indivíduos com 65 anos ou mais, residentes nos bairros da zona norte da cidade do Rio de Janeiro, Brasil, e clientes de uma operadora de saúde. O estudo foi transversal, na linha de base de uma coorte, com amostra estratificada por sexo e idade, composta por 764 indivíduos. Para a estratificação de risco, utilizou-se o instrumento de rastreio probabilidade de internações repetidas (PIR. A análise de regressão logística foi realizada para estudar a associação entre a PIR e um conjunto de variáveis sociodemográficas, de estado de saúde, funcionais e cognitivas, após a análise bivariada. Encontraram-se 6,7% de idosos com alto risco de internação. Associaram-se ao risco de internação câncer, quedas, doença pulmonar obstrutiva crônica e medicamentos usados, bem como as seguintes condições: receber visita de profissional da saúde, ter estado acamado no domicílio, morar só e praticar as atividades de vida diária. O instrumento parece ser útil na estratificação de risco dos idosos.

  4. Os testes de equilíbrio Alcance Funcional e “Timed Up and Go” e o risco de quedas em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Paula Silva Campos

    2014-03-01

    Full Text Available O risco de quedas aumenta com o envelhecimento, tornando-se problema de saúde pública. O estudo atual teve como objetivo identificar os fatores de risco de quedas em indivíduos idosos e analisar se os testes de equilíbrio, Teste de Alcance Funcional (TAF e “Timed Up and Go” (TUG, identificam aqueles com maior susceptibilidade a cair. Realizou-se estudo prospectivo, transversal e observacional, com 155 idosos (≥60 anos, sendo 131 mulheres e 24 homens, atendidos em hospital público de Brasília (DF. Estes idosos foram divididos em dois grupos: grupo 1, com os que referiram queda nos últimos 12 meses; e grupo 2, com aqueles que negaram queda no mesmo período. Foram aplicados, além de um questionário para identificar os fatores de risco de quedas, dois testes para avaliar o equilíbrio (TAF e TUG. A idade média dos idosos estudados foi de 70,65 ± 7,52 anos, sendo que 38,7% deles relataram queda nos últimos 12 meses. A incidência de quedas foi significativamente maior no sexo feminino, nos que relataram medo de queda e nos que usavam polifarmácia. Na análise multivariada, a polifarmácia foi o único fator de risco independente associado ao evento quedas. Os testes de equilíbrio TAF e TUG não se correlacionaram significativamente com a ocorrência de quedas. Concluiu-se que a polifarmácia foi o único fator de risco independente associado a quedas, e que os testes de equilíbrio TAF e TUG não identificaram os idosos com maior susceptibilidade a cair.

  5. Insatisfação corporal, prática de dietas e comportamentos de risco para transtornos alimentares em mães residentes em Santos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Baeza Scagliusi

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a insatisfação corporal, a prática de dietas e os comportamentos de risco para transtornos alimentares em uma amostra de mães residentes no município de Santos. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal, de base populacional, com 453 mães de filhos com até 10 anos de idade. As mães responderam ao Teste de Atitudes Alimentares (EAT-26, à Escala de Figuras de Stunkard e a uma questão sobre a prática atual de dietas. RESULTADOS: Das mães, 29,9% apresentaram escore positivo para os comportamentos de risco para transtornos alimentares e 21,8% estavam fazendo dieta para emagrecer no momento da entrevista. No tocante à imagem corporal, 17,5% das mães estavam satisfeitas com o seu tamanho corporal, 71,5% gostariam de diminuir seu tamanho corporal e 11,0% gostariam de aumentá-lo. Os comportamentos de risco para transtornos alimentares foram mais frequentes nas mães insatisfeitas com seus tamanhos corporais (p < 0,0001. CONCLUSÃO: A maioria das mães investigadas estava insatisfeita com os seus tamanhos corporais. A frequência de mães que praticavam dietas ou tinham comportamentos de risco para transtornos alimentares foi similar ou superior aos demais estudos nacionais, conduzidos, em sua maioria, com populações consideradas de risco, como meninas adolescentes e jovens universitárias.

  6. Factores de riesgo para el neonato pequeño para la edad gestacional en un hospital de Lima, Perú

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Eduardo Tejeda-Mariaca

    Full Text Available Objetivos. Identificar factores de riesgo para neonatos a término pequeños para la edad gestacional. Materiales y métodos. Cohorte retrospectiva que utilizó datos del Sistema Informático Materno Perinatal del Hospital María Auxiliadora de Lima, del período 2000 a 2010. Se evaluó la edad materna, paridad, nivel educativo, estado civil, índice de masa corporal pregestacional, número de controles prenatales, presencia de patologías como preeclampsia, eclampsia, infección urinaria y diabetes gestacional como factores de riesgo en pequeños para edad gestacional. El peso para la edad gestacional fue calculado sobre la base de percentiles peruanos. Se calcularon los riesgos relativos crudos (RR y ajustados (RRa con sus intervalos de confianza al 95% usando modelos lineales generalizados log binomial. Resultados. Se incluyeron 64 670 gestantes. La incidencia de pequeños para la edad gestacional fue 7,2%. La preeclampsia (RRa 2,0; IC 95%: 1,86-2,15, eclampsia (RRa 3,22; IC 95%: 2,38-4,35, bajo peso materno (RRa 1,38; IC 95%: 1,23-1,54, nuliparidad (RRa 1,32; IC 95%: 1,23-1,42, edad ≥35 años (RRa 1,16; IC 95%: 1,04-1,29, tener controles prenatales de 0 a 2 (RRa 1,43; IC 95%: 1,32-1,55 y 3 a 5 (RRa 1,22; IC 95%: 1,14-1,32 fueron factores de riesgo para ser pequeños para la edad gestacional. Conclusiones. Es necesario identificar a las gestantes con factores de riesgo como los encontrados para disminuir la condición de pequeños para la edad gestacional. Se debe actuar poniendo énfasis en factores modificables, tales como la frecuencia de sus controles prenatales

  7. Análise de risco do aproveitamento da água de chuva para uso não potável em edificações

    OpenAIRE

    Karine Bassanesi

    2014-01-01

    O presente trabalho de mestrado contém uma revisão bibliográfica sobre a conservação da água, o aproveitamento pluvial, qualidade e tratamento da água, legislações e análise de risco. Foi constatado que os sistemas de aproveitamento pluvial variam bastante de tipologia e seria importante poder correlacionar a água precipitada com os usos e os modelos para cada situação. Assim, para o presente trabalho foi utilizada a análise de risco com enfoque na análise preliminar de perigos. Com os estudo...

  8. Hábitos alimentares e fatores de risco para aterosclerose em estudantes de Bento Gonçalves (RS) Dietary habits and risk factors for atherosclerosis in students from Bento Gonçalves (state of Rio Grande do Sul)

    OpenAIRE

    Hosana Maria Speranza Cimadon; Renata Geremia; Lucia Campos Pellanda

    2010-01-01

    FUNDAMENTO: A doença cardiovascular aterosclerótica inicia seu processo na infância precoce e é influenciada ao longo da vida por fatores genéticos e exposição ambiental a fatores de risco potencialmente modificáveis. OBJETIVO: Investigar a prevalência de fatores de risco para aterosclerose com ênfase nos hábitos alimentares em uma cidade de colonização predominantemente italiana. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional, envolvendo 590 estudantes do ensino fundamental com idades entr...

  9. Fatores de risco para a doença por refluxo gastroesofágico em recém-nascidos de muito baixo peso portadores de displasia broncopulmonar Risk factors for gastroesophageal reflux disease in very low birth weight infants with bronchopulmonary dysplasia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaís B. Mendes

    2008-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer os fatores de risco para a doença por refluxo gastroesofágico (DRGE em recém-nascidos de muito baixo peso com displasia broncopulmonar. MÉTODOS: Realizou-se um estudo caso-controle incluindo 23 casos e 23 controles com displasia broncopulmonar, sendo realizada investigação por monitorização prolongada do pH esofágico no período de janeiro de 2001 a outubro de 2005. Para cada caso, selecionou-se um controle, e foram comparados pela idade gestacional, peso ao nascimento, gênero, uso de corticóide pré-natal, tempo de ventilação assistida, tempo de oxigenoterapia, tempo de uso de sonda gástrica, uso de xantinas, idade pós-conceptual e peso durante a monitorização do pH esofágico. Realizou-se a análise por regressão logística múltipla para estabelecer o odds ratio (OR com intervalo de confiança de 95% (IC95%. RESULTADOS: Os dois grupos (com e sem DRGE não apresentaram diferenças significativas em relação às variáveis demográficas e de evolução pós-natal, uso de corticóide pré e pós-natal, bem como ao tempo de uso de cafeína, ventilação mecânica e oxigenoterapia. Entretanto, as variáveis intolerância alimentar (OR = 6,55; IC95% 1,05-40,8 e tempo de uso de sonda gástrica (OR = 1,67; IC95% 1,11-2,51 comportaram-se como fatores de risco para DRGE. A variável idade pós-conceptual ao exame de monitorização do pH (OR = 0,02; IC95% OBJECTIVE: To assess risk factors for gastroesophageal reflux disease (GERD in very low birth weight infants with bronchopulmonary dysplasia. METHODS: A case-control study was carried out in 23 cases and 23 control subjects with bronchopulmonary dysplasia submitted to 24-hour esophageal pH monitoring between January 2001 and October 2005. Cases and controls were compared for gestational age, birth weight, gender, use of antenatal steroids, duration of assisted ventilation, duration of oxygen therapy, length of gastric tube use, administration of xanthines

  10. Estresse e risco cardiovascular: intervenção multiprofissional de educação em saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cármen Marilei Gomes

    2016-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: identificar o risco cardiovascular e o estresse em educadores (gestores e professores do sul do Brasil, avaliados antes e depois de intervenção com atividades de gerenciamento do estresse e educação em saúde. Método: estudo longitudinal do tipo antes e depois. A amostra foi constituída por 49 participantes. Foram obtidas variáveis sociodemográficas, antecedentes de morbidade e hábitos da vida diária. Os dados de risco para doença cardiovascular foram pressão arterial, índice de massa corporal, relação cintura-quadril, perfil lipídico e glicemia capilar. O estresse foi avaliado pelo Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp (ISSL. O gerenciamento ocorreu durante quatro meses, em encontros semanais com equipe multidisciplinar. Resultados: após as intervenções, observou-se redução estatisticamente significativa das variáveis investigadas, salvo glicemia no grupo gestores. Conclusão: atividades de gerenciamento são potenciais ferramentas na identificação e controle dos fatores de risco estudados, em especial aquelas de foco multi e transdisciplinar.

  11. Percentiles de peso al nacer por edad gestacional en gemelos peruanos Birth weight percentiles for Peruvian twins, according to gestational age and sex

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Ticona Rendón

    2006-09-01

    Full Text Available gestacional y sexo, hemos realizado un estudio descriptivo, transversal y prospectivo que abarca los años entre 1992 y 2004. Fueron estudiados 282 gemelos vivos, sin factores de riesgo para retardo del crecimiento, procedentes de Tacná, Perú. Se calcularon promedios, desviación estándar y percentiles 10, 50 y 90 de peso por sexo y edad gestacional comprendida entre las 32 y 41 semanas. Se compararon los percentiles y los promedios entre uno y otro sexo y con estudios realizados en Noruega, Australia y Japón, considerando significativo cuando p < 0,05. El promedio de peso al nacer fue de 2 677 g ± 507 en el caso de los varones y de 2 615 g ± 461, en el caso de las niñas, sin diferencias significativas. La moda de la edad gestacional fue de 38 semanas y las diferencias en la mediana del peso al nacer según sexo fueron de 110 g. El pico de peso al nacer para los gemelos fue de 39 semanas y a partir de este los promedios declinaron. El promedio de peso al nacer de los gemelos varones fue más alto que el de las hembras y no se observaron diferencias significativas en ninguna edad gestacional. No se apreciaron diferencias entre los promedios de peso de gemelos peruanos y noruegos, de uno u otro sexo, sin embargo se registraron diferencias altamente significativas al compararlos con los de Australia y Japón, respecto a los cuales los promedios peruanos fueron mayores. Las curvas producidas como resultado del estudio proveen percentiles de peso al nacer para gemelos, según edad gestacional y sexo, que pueden ser utilizados por clínicos e investigadores peruanos.

  12. Prevalência de fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Mathioni Mertins

    2016-01-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar a prevalência de fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio, internados em uma Unidade de Terapia Intensiva Coronariana de um hospital da região noroeste do estado do Rio Grande do Sul ̸ Brasil. Metodologia: Estudo quantitativo, descritivo e transversal, realizado no período compreendido entre 25 de abril a 25 de junho de 2012, com 48 pacientes. As variáveis de interesse para este estudo foram as condições sociodemográficas, dados antropométricos, hábitos alimentares e fatores de risco cardiovascular. Resultados: A idade média foi de 59,9 ± 11,55 anos, com predominância do sexo masculino (81,3%, de cor branca (83,3%, casados (70,8%, ensino fundamental incompleto (72,9%, aposentados (37,5%, renda menor que três salários mínimos (58,3% e procedentes da região urbana (72,9%. A prevalência dos fatores de risco se distribuiu da seguinte forma: sedentarismo (91,7%, hipertensão arterial sistêmica (63,8%, estresse (50%, circunferência abdominal alterada (50%, história familiar (43,7%, tabagismo (41,7%, sobrepeso (35,5%, obesidade (33,4%, dislipidemia (23%, diabetes mellitus (20,8% e consumo de álcool (12,5%. Conclusão: Os dados apresentados mostram a elevada prevalência de fatores de risco em pacientes que tiveram infarto agudo do miocárdio e nos direcionam a entender o papel da educação em saúde como estratégia para reduzir as causas de morbimortalidade, além de propor ações de cuidado e autocuidado e mudanças nos hábitos de vida.  Descritores: Fatores de Risco; Infarto do Miocárdio; Educação em Saúde (Fontes: DeCS e BIREME.

  13. Sintomas depressivos em crianças: estudos com duas versões do CDI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Cruvinel

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar o número de crianças com sintomas depressivos em duas amostras de estudantes da cidade de campinas. Utilizou-se, no estudo 1, a versão brasileira do Inventário de Depressão Infantil (CDI e, no estudo 2, a versão original. Do estudo 1, realizado em 2001, participaram 169 estudantes de 3ª, 4ª e 5ª séries, e, do estudo 2, conduzido em 2005, 157 alunos de 3ª e 4ª séries. A prevalência de sintomatologia depressiva no estudo 1 foi de 3,55%, e, no estudo 2, de 17%. Em ambos os estudos, não foram encontradas diferenças significativas entre a média no CDI em relação às variáveis demográficas. conclui-se pela necessidade de mais estudos nacionais de prevalência no ensino fundamental e de esforços direcionados não só para a identificação dos fatores de risco, de proteção e das variáveis associadas mas também do refinamento dos instrumentos de medidas da depressão infantil.

  14. Trópicos do discurso sobre risco: risco-aventura como metáfora na modernidade tardia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mary Jane P. Spink

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo situar as novas modalidades de uso dos repertórios interpretativos sobre risco, especialmente no que se refere à perspectiva da aventura. Propõe que, como aventura, a linguagem do risco cumpre atualmente funções múltiplas, sendo tanto um anteparo aos processos de destradicionalização típicos da modernidade tardia, como uma figura de linguagem utilizada para falar de novas sensibilidades decorrentes do imperativo de enfrentar a imponderabilidade e volatilidade dos riscos modernos. Inicia com uma visão panorâmica dos sentidos históricos do risco buscando argumentar que a noção, entendida na perspectiva da linguagem em uso, permite explorar as mudanças que vêm ocorrendo nas formas de controle social que nos possibilitam falar de uma transição da sociedade disciplinar, formação típica da modernidade clássica, para a sociedade de risco, formação emergente na modernidade tardia. Finaliza apontando para as transformações que vêm ocorrendo nas imagens sobre risco, buscando destacar o uso crescente do risco-aventura como metáfora da modernidade tardia.

  15. Esotropia do adulto durante o período gestacional: relato de caso Adult esotropia during pregnancy: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Negrão Frota de Almeida

    2007-02-01

    Full Text Available Os autores relatam o caso de uma paciente que apresentou quadro reincidente de esotropia aguda e diplopia durante o período gestacional. Não havia história de trauma ou qualquer alteração sistêmica, excetuando-se a gravidez. Tratamento oclusivo alternado foi instituído, e após o parto houve remissão espontânea dos sinais e sintomas.The authors report a case of a female patient who presented, for the second time, diplopia and acute esotropia during pregnancy. There was no trauma involved neither was systemic disease. The patient was treated with conventional occlusion, and, soon after delivery, the squint was resolved.

  16. Risco de câncer associado ao uso de antidepressivos Risk of cancer associated with the use of antidepressants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Silva Bôaventura

    2007-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Alguns estudos sugerem que o uso de antidepressivos poderia aumentar o risco de câncer. Este estudo visa realizar uma revisão sobre o tema. MÉTODO: Foi feita uma busca nas bases de dados MEDLINE e LILACS, utilizando como palavras de busca antidepressant, cancer e nomes das diferentes drogas antidepressivas. RESULTADOS: Onze artigos foram selecionados. Foram encontrados seis artigos sugerindo uma associação positiva fraca entre o uso de antidepressivos e o crescimento tumoral e cinco artigos que não sugeriam a associação. Discussão: Os resultados dos estudos com relação ao risco de câncer associado ao uso de antidepressivos são ainda conflitantes. Na maioria dos estudos, a análise multivariada não mostra associação positiva em uso de antidepressivos e câncer, a não ser em casos específicos, como linfoma de Hodgkin.INTRODUCTION: Some studies suggest that the use of antidepressants could increase the risk of cancer. This study aims at performing a review on this subject. METHOD: A search was performed in the MEDLINE and LILACS databases using the keywords antidepressant, cancer and names of varied antidepressant drugs. RESULTS: Eleven articles were selected. Six articles were found suggesting a positive weak association between use of antidepressants and tumoral growth. In five articles this association was not found. DISCUSSION: The results of studies on increased risk of cancer associated with antidepressants are still conflicting. In most studies the multivariate analysis did not show positive association between use of antidepressants and cancer, unless in specific cases, such as Hodgkin's lymphoma.

  17. Associação entre peso de nascimento e fatores de risco cardiovascular em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Amenaide Carvalho Alves de Sousa

    2013-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Peso ao nascer (PN é um determinante de risco a médio e longo prazo de fatores de risco cardiovascular. OBJETIVO: Estudar a associação entre peso ao nascer e fatores de risco cardiovascular em adolescentes de Salvador. MÉTODOS: Estudo de corte transversal com grupos de comparação por PN. Amostra composta de 250 adolescentes, classificados segundo IMC: normal alto (>p50 e p85 ep95. As variáveis de risco para comparação foram: circunferência abdominal, pressão arterial, perfil lipídico, glicemia, insulina sérica, HOMA-RI e síndrome metabólica. Peso de nascimento foi informado pelos pais e classificado como baixo peso (PN 4.000g. RESULTADOS: Cento e cinquenta e três (61,2% meninas, idade 13,74 ± 2,03 anos, PN normal 80,8%, baixo PN 8,0% e alto PN 11,2%. Observou-se maior frequência de obesidade (42,9%, p=0,005, PAS e PAD elevadas (42,9%, p=0,000 e 35,7%, p=0,007, respectivamente e síndrome metabólica (46,4%,p =0,002 no grupo com PN alto em relação ao PN normal. Indivíduos de alto PN apresentaram RP para PAS elevada 3,3(I.C. 95%, 1,7-6,4 e para obesidade 2,6 (I.C. 95%, 1,3-5,2 em relação aos com PN normal. A CA foi 83,3 ± 10,1 [p=0,038] nos adolescentes com alto PN. O perfil lipídico não mostrou diferenças estatisticamente significantes. CONCLUSÃO: Os dados sugerem que obesidade, PAS e PAD elevadas e síndrome metabólica na adolescência têm chance significativa de associar-se a alto peso no nascimento.

  18. PERFIL DE MÃES E RECÉM-NASCIDOS NA PRESENÇA DO DIABETES MELLITUS GESTACIONAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Ivoneide Veríssimo de Oliveira

    2009-01-01

    Full Text Available Estudio cuantitativo con el objetivo de identificar el perfil de madres y recién nacidos (RNs en presencia de diabetes mellitus gestacional (DMG, en una maternidad escuela de Fortaleza-Ceará/2006. La muestra englobó 51 mujeres y sus recién nacidos. En relación a la madre, los resultados mostraron 60,7% con más de 30 años; 15,6% con hipertensión arterial y 29,5% con infección urinaria; 89,2% se sometió a parto cesáreo; 35,3% presentó historia familiar de diabetes; 21,5% tuvo parto prematuro; 35,2%, aborto anterior y 82,3% recibió acompañamiento médico durante el período prenatal. En cuanto a los RNs, 23,5% mamó en la primera hora de vida; 33,3% manifestó molestias respiratorias; 9,8% hipoglucemia; 25,5%, peso >4.000g; 47,0% ictericia; 5,9%, malformación fetal y 25,4%, sin otros problemas, fue encaminada al alojamiento conjunto. Ante esta situación, se señala la necesidad de que las mujeres con diabetes mellitus gestacional sean encaminadas a centros capacitados para que tengan asistencia adecuada, que garanta un acompañamiento apropiado al binomio madre-hijo.

  19. A análise de risco como ferramenta estratégica para o serviço veterinário oficial brasileiro: dificuldades e desafios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego V. Santos

    2014-06-01

    Full Text Available O serviço veterinário oficial é responsável por proteger a saúde pública e animal, assegurando a oferta de produtos de origem animal inócuos aos consumidores. Uma ferramenta que auxilia na busca desses objetivos é a análise de risco, que iniciou a ser utilizada na segunda metade da década de 90 pelos serviços veterinários oficiais dos países. Para a realização de uma análise de risco, qualitativa ou quantitativa, inicialmente deve-se identificar o perigo, a qual na área da saúde animal geralmente é o agente patogênico causador de uma doença. A etapa subsequente é a avaliação do risco, na qual devem ser analisados, com suporte de trabalhos científicos ou especialistas na área, as formas possíveis de introdução, exposição e manutenção do agente patogênico na população susceptível, bem como as consequências, biológicas, econômicas, políticas e sociais trazidas pela enfermidade. A terceira etapa da análise de risco refere-se ao manejo dos riscos, que visa propor medidas que mitiguem o risco verificado até o nível desejado, bem como avaliar o custo/benefício de cada medida. A última fase de uma análise de risco é a comunicação dos riscos. Essa etapa é fundamental para o sucesso do estudo e deve ser iniciada juntamente com a análise de risco em si, sempre deixando aberto um canal permanente de comunicação com todos os atores sociais interessados na análise de risco. A análise de risco tornou-se um importante instrumento utilizado pelos gestores dos serviços veterinários oficiais na tomada de decisões, contribuindo para a escolha de alternativas que confiram, cientificamente, o menor risco sanitário. Este trabalho realizou uma revisão da literatura sobre análise de risco objetivando expor sua definição e processo de elaboração, assim como verificar como ela está sendo utilizada, quais limitações e desafios do uso dessa ferramenta pelo serviço veterinário oficial brasileiro.

  20. Risco para transtornos alimentares em escolares de Salvador, Bahia, e a dimensão raça/cor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane de Jesus Bittencourt

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a existência de fatores de risco associados aos transtornos alimentares em escolares da cidade de Salvador, Bahia, por meio da dimensão étnico-racial como fator de heterogeneidade. MÉTODOS: Os participantes da pesquisa são escolares do sexo feminino, na faixa etária entre 15 e 30 anos, residentes na cidade de Salvador, no Estado da Bahia. Foram investigadas 626 estudantes, selecionadas em instituições públicas e privadas de ensino médio e universitário. Utilizaram-se o Eating Atittude Test-26, o Body Shape Questionnaire e o Beck Depression Inventory como instrumentos de identificação de risco para os transtornos alimentares. A classificação étnico-racial se deu por autodeclaração, de acordo com as categorias do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Foram realizadas análises descritivas, bivariadas (χ2 de Pearson e regressão logística multivariada para análise dos dados. RESULTADOS: As estudantes que se identificaram como amarelas ou indígenas têm 3,6 vezes mais chances de desenvolverem comportamentos alimentares desordenados e 4,8 vezes mais possibilidade de estarem insatisfeitas com sua imagem corporal. As pardas apresentam 2,5 vezes mais risco para essa insatisfação. A depressão é uma comorbidade que deve ser considerada, apesar de não estar associada significativamente à raça/cor. CONCLUSÃO: As mulheres não brancas em Salvador apresentam risco de desenvolver transtornos alimentares. Outros estudos que combinam métodos quantitativos e qualitativos podem permitir uma análise mais robusta quanto à relação entre transtornos alimentares e raça/cor e etnia.

  1. Genes relacionados ao metabolismo dos fosfolípides como fatores de risco para o transtorno afetivo bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Meira-Lima Ivanor V

    2003-01-01

    Full Text Available Os estudos de epidemiologia genética fornecem consistente evidência de que o componente genético tem um papel preponderante no risco para o Transtorno Afetivo Bipolar (TAB, embora genes de vulnerabilidade ainda não tenham sido identificados de forma inequívoca. Nesta atualização os autores apresentam dados demonstrando que os fosfolípides exercem um relevante papel nos processos de sinalização intracelular e que estudos da neuroquímica dos estabilizadores do humor convergem em apontar para uma ação destas drogas nas vias de transdução de sinais reguladas pelas fosfolipases. Concluem que investigações de variantes nos genes que codificam enzimas do metabolismo dos fosfolípides como potenciais genes de susceptibilidade podem ampliar o conhecimento acerca dos fatores de risco e dos mecanismos fisiopatológicos envolvidos no surgimento destes transtornos do humor.

  2. Aplicação do CF@R e de cenários de stress no gerenciamento de riscos corporativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Vital Januzzi

    2012-09-01

    Full Text Available O presente estudo compara dois métodos para estimação do fluxo de caixa em risco (CF@R, a saber: o modelo autorregressivo integrado com médias móveis (ARIMA e o método de vetores autorregressivos com mecanismo de correção de erros (VAR/VECM com variáveis exógenas, ambos aplicados ao contexto do setor elétrico brasileiro. O artigo contribui com a literatura existente pela aplicação de dois métodos com o objetivo de escolher as melhores estimativas de CF@R, objetivando melhorar o gerenciamento dos riscos corporativos: o backtesting das estimativas de fluxo de caixa em risco e a geração de cenários de stress, ambos usando simulação de Monte Carlo. A última técnica averiguou os impactos de cenários extremos (obtidos a partir da distribuição dos fatores de risco, tais como o racionamento de energia, sobre a estimativa futura do fluxo de caixa operacional.

  3. Systematic review of perceptive studies on nuclear risk; Revisao sistematica de estudos perceptivos sobre risco nuclear

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Freitas, Mariana Gama de

    2014-07-01

    This present work contains the study of risk perception in different areas of interaction. For it was made an analysis using methodology previously recognized and tested: a systematic review in the search for better understanding of the perception of risk in the nuclear area. Through this study it was possible to understand the potential of the systematic review as a tool for information that encompass the perception of risk as a whole. Making it possible to trace parameters to find out why the world's people have an aversion to certain matters relating to nuclear energy. Considering that if you can understand what drives the people has disgust on nuclear area, it is probably possible to create alternatives to remedy this lack of information and knowledge about the area. Causing the population to realize the benefits that nuclear power brings to people. (author)

  4. Avaliação do risco da empresa - Estudo introdutório

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Roberto Securato

    2008-07-01

    the company's risk, particularly of the Value in Risk of a company´s Net Equity, understood as the possible loss of equity, in a fixed term, for a given confidence interval. Keywords: Value in Risk; Equity Risk; Operational Risk.

  5. IMPLANTAÇÃO DA AUDITORIA BASEADA EM RISCO EM UMA ENTIDADE DO "SISTEMA S": O CASO DO SEBRAE/CE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruth Carvalho de Santana Pinho

    2015-12-01

    Full Text Available Com a crescente complexidade dos negócios, muitas entidades viram a necessidade de um controle maior sobre o risco para que seus objetivos pudessem ser atingidos. O presente trabalho discorre sobre a Auditoria Baseada em Risco (ABR, evidenciando suas principais características. O estudo apresenta-se relevante tanto para o meio empresarial, evidenciando as etapas de implantação dessa metodologia, como para o meio acadêmico, que possui poucos estudos relacionados ao tema, conforme observações empíricas. Assim, coube como pergunta de pesquisa: Quais fatores contribuem para a adequada implantação de uma Auditoria Baseada em Risco? Tem-se como objetivo geral deste estudo, identificar os fatores de sucesso na implantação da Auditoria Baseada em Risco (ABR. Escolheu-se como procedimento de pesquisa o estudo de caso. Os dados foram obtidos por intermédio da documentação oficial de implantação da ABR na entidade a qual descreve todas as etapas de implantação, além de aplicação de entrevista e questionário entre os auditores internos da empresa e gestores das áreas de Licitação, Contabilidade e Jurídico Concluiu-se que a ABR é uma ferramenta importante para empresas que desejam avaliação independente para a Gestão de Riscos, sendo necessário um plano bem estruturado de implantação para êxito desta. Destarte, uma Auditoria Interna Tradicional bem desenvolvida, ou seja, que mantém um controle interno eficaz, se torna uma característica facilitadora para a mudança de escopo, pois para a correta implantação da ABR é necessário um ambiente de gestão robusto e o efetivo envolvimento da equipe de auditoria.

  6. Aspectos históricos dos estudos caso-controle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rêgo Marco Antônio Vasconcelos

    2001-01-01

    Full Text Available Este texto apresenta um relato da evolução dos estudos de caso-controle (ECC até o final dos anos 80. A comparação de dois grupos quanto à exposição a um fator de risco é verificada desde o século XVII. A segunda metade do século XIX significou o declínio da Epidemiologia das "populações", e os primeiros ECC só foram realizados na década de 20. O avanço do método ocorreu na segunda metade do século, com destaque para as investigações sobre câncer de pulmão e hábito de fumar. As principais contribuições dos estudiosos do método foram o uso da odds ratio como estimativa do risco relativo; a definição dos aspectos estatísticos da análise de dados de estudos retrospectivos; o cálculo do risco atribuível e da fração etiológica para ECC; e a discussão da essência dos ECC. Os críticos referiam as fragilidades do método e a susceptibilidade aos bias. Conclui-se que os ECC tiveram aplicação crescente nas últimas décadas, sendo utilizados em diversas áreas da epidemiologia, constituindo-se em um importante instrumento para as ações de Saúde Pública.

  7. Ações primárias em saúde cardiovascular: avaliação de indicadores de risco em escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thelma Leite de Araujo

    2009-06-01

    Full Text Available Estudos sobre indicadores de risco cardiovasculares são importantes em escolares. O objetivo do estudo foi associaros valores da pressão arterial sistólica (PAS e da pressão arterial diastólica (PAD com os dados antropométricosíndice de massa corporal (IMC, relação cintura-quadril (RCQ, pregas cutâneas tricipital e subescapular,sedentarismo, etilismo, tabagismo e história familiar de alterações cardiovasculares nos escolares que mantiveramvalores da pressão arterial acima do percentil 90 em três avaliações da saúde cardiovascular. Estudo de coorte,realizado em uma escola pública de Fortaleza, no período de 2004 a 2006. Foram avaliados os indicadores de risco e apressão arterial de 480 escolares. Os escolares que apresentaram, na primeira avaliação, valores iniciais da pressãoarterial acima do percentil 90 foram acompanhados em mais duas avaliações, com vistas a se confirmar alterações dapressão arterial. A amostra foi composta por 85 escolares. Nas crianças os valores da PAS estiveram correlacionadoscom a idade e a altura. Já a PAD esteve correlacionada com o perímetro do quadril, peso e altura. Nos adolescentes,os valores da PAS e da PAD estiveram correlacionados com a altura. Reforça-se a importância de estudos que avalieme acompanhem os indicadores de risco e a pressão arterial de escolares.

  8. Sífilis gestacional e congênita em Palmas, Tocantins, 2007-2014

    OpenAIRE

    Cavalcante, Patrícia Alves de Mendonça; Pereira, Ruth Bernardes de Lima; Castro, José Gerley Diaz

    2017-01-01

    RESUMO OBJETIVO: descrever o perfil epidemiológico dos casos notificados de sífilis em gestante e sífilis congênita no período 2007-2014 em Palmas-TO, Brasil. MÉTODOS: realizou-se estudo descritivo com dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). RESULTADOS: foram identificadas 171 gestantes com sífilis (4,7/1000 nascidos vivos [NV]) e 204 casos de sífilis congênita (5,6/1000 NV); predominaram gestantes pardas (71,3%), com baixa escolaridade (48,0%) e diagnóstico tardi...

  9. Curva dos valores normais de peso fetal estimado por ultra-sonografia segundo a idade gestacional

    OpenAIRE

    Cecatti,José Guilherme; Machado,Maria Regina Marrocos; Santos,Fernanda Fioravanti Azank dos; Marussi,Emílio Francisco

    2000-01-01

    Este trabalho teve por objetivo avaliar a evolução do peso fetal estimado em gestações normais de 20 a 42 semanas. Quanto ao desenho e métodos empregados na pesquisa, realizou-se estudo descritivo de um universo constituído por 2.874 gestantes normais da cidade de Campinas, efetuando-se exame ultra-sonográfico obstétrico de rotina com medida da biometria fetal e utilizando-se, para o cálculo do peso fetal, a fórmula de Hadlock et al. (1991). Calcularam-se os valores dos percentis 10, 50 e 90 ...

  10. Validação prospectiva do escore de risco dante pazzanese em síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do segmento ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Silva dos Santos

    2013-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Em Síndrome Coronariana Aguda (SCA sem Supradesnivelamento do segmento ST (SST é importante estimar a probabilidade de eventos adversos. Para esse fim, as diretrizes recomendam modelos de estratificação de risco. O escore de risco Dante Pazzanese (escore DANTE é um modelo simples de estratificação de risco, composto das variáveis: aumento da idade (0 a 9 pontos; antecedente de diabete melito (2 pontos ou acidente vascular encefálico (4 pontos; não uso de inibidor da enzima conversora da angiotensina (1 ponto; elevação da creatinina (0 a 10 pontos; combinação de elevação da troponina e depressão do segmento ST (0 a 4 pontos. OBJETIVO: Validar o escore DANTE em pacientes com SCA sem SST. MÉTODOS: Estudo prospectivo, observacional, com inclusão de 457 pacientes, de setembro de 2009 a outubro de 2010. Os pacientes foram agrupados em: muito baixo, baixo, intermediário e alto risco de acordo com a pontuação do modelo original. A habilidade preditiva do escore foi avaliada pela estatística-C. RESULTADOS: Foram 291 (63,7% homens e a média da idade 62,1 anos (11,04. Dezessete pacientes (3,7% apresentaram o evento de morte ou (reinfarto em 30 dias. Ocorreu aumento progressivo na proporção do evento, com aumento da pontuação: muito baixo risco = 0,0%; baixo risco = 3,9%; risco intermediário = 10,9%; alto risco = 60,0%; p < 0,0001. A estatística-C foi de 0,87 (IC 95% 0,81-0,94; p < 0,0001. CONCLUSÃO: O escore DANTE apresentou excelente habilidade preditiva para ocorrência dos eventos específicos e pode ser incorporado na avaliação prognóstica de pacientes com SCA sem SST.

  11. Instrumentos de Avaliação de Desempenho e Risco no Mercado Acionário Brasileiro: um estudo de anomalias de mercado na Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPAInstruments for the Evaluation Analysis of Performance and Risk in the Brazilian Stock Market: a study of the market anomalies at (BOVESPA Sao PauloInstrumentos de Evaluación del Desempeño y Riesgo en el Mercado de Acciones Brasileño: un estudio de anomalías de mercado en la Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    OLIVIERI, Francisco José

    2004-09-01

    Full Text Available RESUMOÀ partir da formulação das hipótese dos Mercados Eficientes e da descoberta do sentido das relações entre os ativos negociados no mercado bursátil , e um determinado padrão de conduta racional , eleito (representativo na tomada de decisão dos investidores, este estudo buscou desenvolver à partir do modelo CAPM (Capital Asset Pricing Model , de precificação em port-fólios , cujas relações entre seus componentes são traduzidas pelo Beta , os questionamentos advindos com o modelo APT (Arbitrage Pricing Theory. Dedica-se pois, à evolução das teorias da avaliação e à quantificação do risco e, formação de preços (retornos esperados dos ativos, que em estudos mais atualizados verificam que o comportamento dos investidores muitas vezes , não confirma a propagada eficiência dos mercados. O trabalho se fundamentou em determinadas áreas tratadas na teoria de investimentos, enfatizando a abordagem do risco como fator de tomada de decisões, além dos modelos de precificação de ativos, de avaliação de carteiras. Fundamentou-se em pesquisa documental e de dados junto à Bolsa de Valores de São Paulo, Instituições gestoras de Fundos de Investimentos e Banco Central do Brasil ( período de 1997 a 2.001, de tal sorte que pudessem ser testadas as diversas teorias acerca da eficiência de mercado, e finalmente, análise das informações obtidas a partir da modelagem de dados, buscando identificar a consistência dos resultados, à luz dos diferentes modelos estudados, relacionado-os aos conceitos de anomalias de mercado. Como resultado, possibilitou definir a Linha de Mercado de Títulos (Security Market Line para o mercado brasileiro, baseando-se nos modelos de precificação de ativos; coeficientes Beta e Fatores do APT.ABSTRACTAs from the assumption of efficient markets, the discovery of the meaning of the relations among the assets negotiated in the Stock Exchange market and a certain standard of rational conduct

  12. O preparo para o trabalho de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yone Caldas Silva

    Full Text Available A autora focaliza a importância da preparação psicológica e profissional dos trabalhadores, para enfrentarem os riscos do trabalho, no cenário atual de mudanças nas organizações. Considerando a literatura científica internacional, apresenta dados de sua experiência pessoal. A partir do diagnóstico organizacional, sob a coordenação da Assessoria em Segurança, Saúde e Meio Ambiente, da Refinaria Duque de Caxias, (RJ , da qual era consultora, foi aplicada uma metodologia baseada na autonomia de ação de grupos de empregados, incluindo decisões na aplicação de recursos. Como resultados, são evidenciados a dinamização da estrutura organizacional, mudanças nas condições de trabalho, diminuição significativa nos índices e na gravidade dos acidentes, maior capacitação psicológica e profissional para o trabalho de equipe e o desenvolvimento de aptidão gerencial. Conclui, focalizando o importante papel das instituições vinculadas à segurança, saúde e meio-ambiente, indicando a necessidade de serem implementadas pesquisas de novas metodologias concernentes aos aspectos psicológicos do trabalho.

  13. QUEMERINA E FATORES RELACIONADOS AO RISCO CARDIOVASCULAR EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Sequeira Fontes

    2018-01-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Sintetizar os achados sobre a quemerina e os fatores relacionados ao risco cardiovascular em crianças e adolescentes. Fontes de dados: Realizou-se uma revisão sistemática de acordo com os itens propostos pela diretriz PRISMA nas bases de dados PubMed, Science Direct e Lilacs. Utilizaram-se os descritores chemerin de forma associada a children e adolescent, sem limite de tempo. A pesquisa limitou-se a artigos originais realizados com seres humanos, em língua inglesa, excluindo-se a população adulta e idosa, assim como os artigos de revisão, comunicação breve, cartas e editoriais. Síntese dos dados: Após análise dos estudos por dois revisores, de forma independente, segundo os critérios de elegibilidade, permaneceram na revisão sete artigos, publicados entre 2012 e 2016. Foram incluídos estudos de delineamento transversal, prospectivo, coorte e caso-controle. A importância da adipocina quemerina nos fatores de risco para doenças cardiovasculares é demonstrada por meio de sua associação com obesidade e diabetes melito, assim como com parâmetros clínicos, antropométricos e bioquímicos. Entretanto, a força da evidência dos estudos é relativamente baixa, em função da heterogeneidade das publicações, destacando-se como limitações o número reduzido das amostras e sua ausência de representatividade, a falta de padronização dos métodos de dosagem, o delineamento transversal de grande parte dos estudos e a impossibilidade de extrapolação dos resultados. Conclusões: A desregulação da quemerina provocada pelo aumento de tecido adiposo pode contribuir para o aparecimento de doenças cardiovasculares, sugerindo que tal adipocina tem papel relevante na identificação precoce de indivíduos em risco.

  14. Malformação arteriovenosa uterina após doença trofoblástica gestacional Uterine arteriovenous malformation after gestational trophoblastic disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Belfort

    2006-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: investigar a presença e resultados de malformações vasculares uterinas (MAVU após doença trofoblástica gestacional (DTG. MÉTODOS: estudo retrospectivo com inclusão de casos diagnosticados entre 1987 e 2004; 2764 pacientes após DTG foram acompanhadas anualmente com ultra-sonografia transvaginal e Doppler colorido no Centro de Neoplasia Trofoblástica Gestacional da Santa Casa da Misericórdia (Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Sete pacientes tiveram diagnóstico final de MAVU baseado em análise ultra-sonográfica - índice de pulsatilidade (IP, índice de resistência (IR e velocidade sistólica máxima (VSM - e achados de imagens de ressonância nuclear magnética (RNM. Dosagens negativas de beta-hCG foram decisivas para estabelecer o diagnóstico diferencial com DTG recidivante. RESULTADOS: a incidência de MAVU após DTG foi 0,2% (7/2764. Achados ultra-sonográficos de MAVU: IP médio de 0,44±0,058 (extremos: 0,38-0,52; IR médio de 0,36±0,072 (extremos: 0,29-0,50; VSM média de 64,6±23,99 cm/s (extremos: 37-96. A imagem de RNM revelou útero aumentado, miométrio heterogêneo, espaços vasculares tortuosos e vasos parametriais com ectasia. A apresentação clínica mais comum foi hemorragia transvaginal, presente em 52,7% (4/7 dos casos. Tratamento farmacológico com 150 mg de acetato de medroxiprogesterona foi empregado para controlar a hemorragia, após a estabilização hemodinâmica. Permanecem as pacientes em seguimento, assintomáticas até hoje. Duas pacientes engravidaram com MAVU, com gestações e partos exitosos. CONCLUSÃO: presente sangramento transvaginal em pacientes com beta-hCG negativo e história de DTG, deve-se considerar a possibilidade de MAVU e solicitar avaliação ultra-sonográfica com dopplervelocimetria. O tratamento conservador é a melhor opção na maioria dos casos de MAVU pós-DTG.PURPOSE: to investigate the presence and outcome of uterinevascular malformations (UVAM after gestational

  15. Resultados preliminares do uso de anti-hiperglicemiantes orais no diabete melito gestacional Preliminary results of the use of oral hypoglycemic drugs on gestational diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean Carl Silva

    2005-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar a eficácia da glibenclamida e da acarbose com insulina no tratamento do diabete melito gestacional (DMG em relação ao controle glicêmico materno, peso do recém-nascido (RN e hipoglicemia neonatal. MÉTODOS: trata-se de ensaio clínico randomizado, prospectivo e aberto. Foram incluídas 57 pacientes com diagnóstico de DMG, que necessitaram de terapêutica complementar à dietoterapia e à atividade física. As gestantes foram aleatoriamente alocadas em um de três grupos com terapêuticas diferentes: um grupo controle conduzido com insulinoterapia, outro com glibenclamida e outro com acarbose. O período do estudo foi de sete meses (1º de outubro de 2003 a 1º de maio de 2004. Os desfechos primários avaliados foram o nível glicêmico materno após o inicio do tratamento, a necessidade de troca de terapêutica para controle glicêmico, peso do RN e presença de hipoglicemia neonatal. A análise estatística foi realizada pelo teste estatístico ANOVA, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: as características maternas foram semelhantes nos três grupos estudados. O controle glicêmico não foi obtido em três pacientes que utilizaram glibenclamida (15% e em sete das usuárias de acarbose (38,8%. Não houve diferença quanto à glicemia em jejum e pós-prandial e no peso médio do RN entre os três grupos. A incidência de fetos grandes para a idade gestacional foi de 5,2, 31,5 e 11,1% nos grupos tratados com insulina, glibenclamida e acarbose, respectivamente. A hipoglicemia neonatal ocorreu em seis RN, sendo quatro deles do grupo glibenclamida (21,0%. CONCLUSÕES: a glibenclamida foi mais eficiente para o controle glicêmico que a acarbose, mas ambos foram menos eficientes que a insulina. Os RN de pacientes alocadas no grupo glibenclamida apresentaram maior incidência de macrossomia e de hipoglicemia neonatal quando comparados com os RN cujas mães receberam outros tratamentos.PURPOSE: to compare the

  16. Transporte intra-hospitalar de pacientes internados em UTI Neonatal: fatores de risco para intercorrências Intra-hospital transport of neonatal intensive care patients: risk factors for complications

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Luiza P. Vieira

    2007-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar os fatores associados à hipotermia e ao aumento da necessidade de oxigênio e/ou suporte ventilatório durante o transporte intra-hospitalar de pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva neonatal. MÉTODOS: Estudo prospectivo de todos os pacientes internados na unidade neonatal que necessitaram de transporte intra-hospitalar de janeiro de 1997 a dezembro de 2000, entre segundas-feiras e sextas-feiras, das 8h às 17h. Fatores associados à hipotermia e ao aumento da necessidade de oxigênio e/ou de suporte ventilatório durante e até duas horas após o transporte foram estudados por meio de regressão logística. RESULTADOS: Foram realizados 502 transportes no período. Os pacientes tinham em média 2.000g, 35 semanas de idade gestacional ao nascer e 22 dias de vida. As principais indicações do transporte foram: cirurgia e realização de exames de imagem. A hipotermia ocorreu em 17% dos transportes e o aumento da necessidade de oxigênio e/ou de suporte ventilatório em 7%. Fatores associados à hipotermia foram: duração do transporte >3h (OR=2,1; IC95%=1,2-3,6, presença de malformações neurológicas (OR=1,7; IC95%=1,1-2,5, transporte realizado em 1997 (OR=1,7; IC95%=1,1-2,6 e peso no transporte >3.500g (OR=0,3; IC95%=0,16-0,68. Fatores de risco para o aumento da necessidade de oxigênio e/ou de suporte ventilatório foram: idade gestacional ao nascimento em semanas (OR=0,9; IC95%=0,8-0,9, idade em dias no transporte (OR=1,0; IC95%=1,0-1,1 e presença de malformações gastrintestinais e geniturinárias (OR=3,1; IC95%=1,6-6,2. CONCLUSÕES: As intercorrências relativas ao transporte intra-hospitalar são freqüentes nos neonatos em UTI e estão associadas às condições dos pacientes e dos transportes.OBJECTIVE: Evaluate factors associated with hypothermia and increased need of oxygen and/or ventilatory support during intra-hospital transport of neonatal intensive care patients. METHODS: Prospective study of

  17. Gravidez e Diabetes Gestacional: uma combinação prejudicial à função sexual feminina? Pregnancy and Gestational Diabetes: a prejudicial combination to female sexual function?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Meireluci Costa Ribeiro

    2011-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar a funcao sexual de gravidas adultas saudaveis a de mulheres com Diabetes Mellitus Gestacional (DMG no terceiro trimestre da gravidez. MÉTODOS: Estudo transversal com dois grupos de gestantes em acompanhamento pre-natal. Foram criterios de inclusao: idade materna .20 anos, idade gestacional .28 semanas, relacionamento heterossexual com o mesmo parceiro ha pelo menos 6 meses e ser alfabetizada. Os criterios de exclusao foram: presenca de intercorrencias clinicas e/ou obstetricas que contraindicassem atividade sexual; hipertensao arterial controlada por medicamentos; gravidez resultante de estupro; parceiro sexualmente indisponivel ou ausente no ultimo mes; internacao hospitalar no ultimo mes; uso de cremes vaginais nos ultimos 30 dias; gestacao gemelar; uso regular de alcool e/ou drogas ilicitas; uso de medicamentos que interferissem na funcao sexual. Oitenta e sete pacientes preencheram os criterios de selecao e participaram do estudo. Para avaliacao da funcao sexual destes grupos utilizou-se o questionario Quociente Sexual . Versao Feminina (QS-F. Testes X² e t de Student foram utilizados para comparar diferencas entre os grupos, com valores pTo compare the sexual function of healthy adult pregnant women with that of gestational diabetes patients (GDM in the third trimester. METHODS: This cross-sectional study enrolled two groups of women managed antenatal care clinics. Inclusion criteria were: maternal age .20 years, gestational age at least 28 weeks, being in a heterosexual relationship with the same partner for at least 6 months, and being able to read. We excluded women with a medical recommendation for sexual abstinence due to clinical or obstetric disorders; hypertension controlled through medications; pregnancy resulting from rape; absent or sexually unavailable partner in the last month; hospital admission in the last month; use of vaginal creams in the last 30 days; multiple pregnancy, regular use of alcohol or

  18. A visão da adolescente com reincidência gestacional sobre família La visión de la adolescente con reincidencia del embarazo sobre familia The perception of adolescents with gestational recurrence on family

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Baratieri

    2011-06-01

    Full Text Available O estudo objetivou conhecer a concepção das adolescentes com reincidência gestacional sobre família. Participaram da pesquisa 16 adolescentes grávidas dos municípios de Sarandi (oito, Mandaguari (seis e Jandaia do Sul (duas no Estado do Paraná. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório com abordagem qualitativa. A coleta dos dados ocorreu em maio de 2009, por meio de entrevista semiestruturada gravada, realizada na própria unidade de saúde de cada cidade. Os dados foram analisados por meio da análise de conteúdo. Os resultados apontam para duas categorias: a adolescente e sua compreensão sobre família; e concepções sobre o tamanho da família: entre a prática e a pretensão. Conclui-se que as adolescentes veem família como sinônimo de laços afetivos, apontando questões financeiras como principal fator influenciador na determinação do tamanho da família. Elas almejam uma família nuclear, com poucos filhos, pressupondo-se a necessidade de planejamento e responsabilidade, porém demonstraram iniciar suas famílias sem planejar.El estudio tuvo como objetivo conocer la concepción de las adolescentes con recurrencia gestacional sobre familia. Participaron de la investigación 16 adolescentes embarazadas, de los municipios de Sarandi (ocho, Mandaguari (seis y Jandaia do Sul (dos. Se trata de un estudio descriptivo-exploratorio con abordaje cualitativo. La recogida de los datos ocurrió en mayo de 2009 y se dio por medio de entrevista seme-estructurada grabada, siendo realizada en la propia unidad de salud de cada ciudad. Los datos fueron analizados por medio del análisis de contenido. Los resultados apuntan para dos categorías: la adolescente y su comprensión sobre familia; y concepciones sobre el tamaño de la familia: entre la práctica y la pretensión. Se concluye que las adolescentes entienden la familia como sinónimo de lazos afectivos y apuntan los asuntos financieros como influyentes en la determinación del

  19. Critical notes on microbiological risk assessment of food Avaliação de risco microbiológico em alimentos: avaliação crítica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martine W. Reij

    2000-03-01

    Full Text Available Although numerous papers on Microbiological Risk Assessment (MRA of food products have been published, a number of issues related to it remain unresolved. This paper explains the role of Microbiological Risk Assessment in the context of Risk Analysis as outlined by Codex Alimentarius. It reviews some representative work in the area, with particular emphasis on the objectives, outputs and conclusions of the studies, and on how researchers propose using the resulting Risk Estimate for decision making. Several problems and sources of confusion concerning MRA are identified, such as terminology, the application of Risk Estimates to establish Food Safety Objectives and microbiological criteria for foods, lack of data, and the difference between Risk Assessment and the Hazard Analysis and Critical Control Point system (HACCP. In the context of Codex Alimentarius, MRA was developed as a tool for decision making and priority setting by government risk managers. However, elements of Risk Assessment can be used for other purposes. A transparent description of a Risk Assessment study is useful for Risk Communication. Industrial food safety managers can compare the effect of various hypothetical production scenarios using estimates of the level and the probability of a pathogen in the product at the time that it is consumed. This limited form of Risk Assessment could better be called Safety Assessment, and can be used as a tool for food product and process development.Embora inúmeros artigos já tenham sido publicados sobre Avaliação de Risco Microbiológico em alimentos, vários aspectos relacionados ao assunto continuam incompletos. O presente artigo explica o papel da Avaliação de Risco Microbiológico no contexto da Análise de Risco, segundo o Codex Alimentarius. Este trabalho revê alguns artigos representativos na área, com particular ênfase nos objetivos, resultados e conclusões dos estudos, e em como os pesquisadores usam os resultados do

  20. Causalidade e cointegraçãp do risco de crédito soberano na América Latina

    OpenAIRE

    Fernando Roberto de Lima Posch

    2007-01-01

    O objetivo dessa dissertação é estudar as relações entre os riscos de crédito soberano dos diversos países da América Latina. Tendo o Brasil como pivô, este estudo é realizado com base no mercado de credit Default Swaps. Os resultados mostram que o Brasil é cointegrado com o México e o Panamá, mas não apresenta relação de longo prazo com a Colômbia, a Venezuela e o Peru. Os testes de impulso e causalidade sugerem que o Brasil é o mercado mais influente na região, pois variação no risco sobera...

  1. Análise do risco de insolvência pelo modelo de cox: uma aplicação prática

    OpenAIRE

    Bressan, Valéria Gama Fully; Braga, Marcelo José; Bressan, Aureliano Angel

    2004-01-01

    A previsão de insolvência é um fator importante para o sistema bancário e, por esse motivo, vem sendo estudada por vários autores. Com o intuito de corroborar esses estudos, este trabalho avaliou a situação financeira das cooperativas de crédito rural do Estado de Minas Gerais entre 1998 e 2001, buscando verificar se as mudanças que afetaram o sistema bancário após o Plano Real também atingiram as cooperativas analisadas. Para avaliar o risco de insolvência, utilizou-se o modelo de risco prop...

  2. Concepções da equipe de enfermagem sobre a exposição a riscos físicos e químicos no ambiente hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ethiele Sulzbacher

    2013-02-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo identificar como a equipe de enfermagem percebe os riscos físicos e químicos a que está exposta no ambiente hospitalar. Trata-se de um estudo descritivo, baseado em uma pesquisa de campo exploratória, de origem quantitativa. Os dados foram coletados mediante um questionário aplicado a 33 profissionais da equipe de enfermagem de um hospital geral da região noroeste do estado do Rio Grande do Sul, no primeiro semestre de 2011 e foram analisados por meio da estatística descritiva. Os trabalhadores perceberam os riscos físicos e químicos a que estão expostos e referiram reconhecê-los, porém, à análise das respostas, identificou-se conhecimento deficiente sobre a concepção científica do risco físico. A educação permanente em saúde pode ser uma estratégia para atualização dos trabalhadores sobre os riscos ocupacionais.

  3. Concepções da equipe de enfermagem sobre a exposição a riscos físicos e químicos no ambiente hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ethiele Sulzbacher

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo identificar como a equipe de enfermagem percebe os riscos físicos e químicos a que está exposta no ambiente hospitalar. Trata-se de um estudo descritivo, baseado em uma pesquisa de campo exploratória, de origem quantitativa. Os dados foram coletados mediante um questionário aplicado a 33 profissionais da equipe de enfermagem de um hospital geral da região noroeste do estado do Rio Grande do Sul, no primeiro semestre de 2011 e foram analisados por meio da estatística descritiva. Os trabalhadores perceberam os riscos físicos e químicos a que estão expostos e referiram reconhecê-los, porém, à análise das respostas, identificou-se conhecimento deficiente sobre a concepção científica do risco físico. A educação permanente em saúde pode ser uma estratégia para atualização dos trabalhadores sobre os riscos ocupacionais.

  4. Ocorrência de anticorpos e fatores de risco associados à infecção por Leptospira spp. em Cebus spp. mantidos em cativeiro no Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora R.A. Ferreira

    2011-11-01

    Full Text Available Estudou-se a ocorrência de anticorpos anti-Leptospira e os fatores de risco associados à infecção em primatas do gênero Cebus mantidos em cativeiro no Nordeste do Brasil. Foram analisadas 139 amostras de soro sanguíneo de diferentes espécies de primatas de ambos os sexos e idades variadas. Para a pesquisa de anticorpos empregou-se a técnica de Soroaglutinação Microscópica (SAM e para estudo dos fatores de risco utilizou-se análise multivariada. Foram observados anticorpos anti-Leptospira, sorovar Patoc em 6,5% dos primatas (09/139. O fator de risco identificado nesse estudo foi a não higienização diária de bebedouros (Odds ratio=12,095; IC 95% = 1,73-84,52; p=0,012,. Conclui-se que a população de Cebus mantidos em cativeiros no Nordeste do Brasil está exposta à infecção por anticorpos anti-Leptospira e que medidas corretivas de manejo dos animais, especificamente aquelas relacionadas à higienização diária de bebedouros devem ser implementadas para reduzir o risco de infecção por sorovares de Leptospira spp.

  5. Computational modeling for irrigated agriculture planning. Part II: risk analysis Modelagem computacional para planejamento em agricultura irrigada: Parte II - Análise de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João C. F. Borges Júnior

    2008-09-01

    Full Text Available Techniques of evaluation of risks coming from inherent uncertainties to the agricultural activity should accompany planning studies. The risk analysis should be carried out by risk simulation using techniques as the Monte Carlo method. This study was carried out to develop a computer program so-called P-RISCO for the application of risky simulations on linear programming models, to apply to a case study, as well to test the results comparatively to the @RISK program. In the risk analysis it was observed that the average of the output variable total net present value, U, was considerably lower than the maximum U value obtained from the linear programming model. It was also verified that the enterprise will be front to expressive risk of shortage of water in the month of April, what doesn't happen for the cropping pattern obtained by the minimization of the irrigation requirement in the months of April in the four years. The scenario analysis indicated that the sale price of the passion fruit crop exercises expressive influence on the financial performance of the enterprise. In the comparative analysis it was verified the equivalence of P-RISCO and @RISK programs in the execution of the risk simulation for the considered scenario.Técnicas de avaliação de riscos procedentes de incertezas inerentes à atividade agrícola devem acompanhar os estudos de planejamento. A análise de risco pode ser desempenhada por meio de simulação, utilizando técnicas como o método de Monte Carlo. Neste trabalho, teve-se o objetivo de desenvolver um programa computacional, denominado P-RISCO, para utilização de simulações de risco em modelos de programação linear, aplicar a um estudo de caso e testar os resultados comparativamente ao programa @RISK. Na análise de risco, observou-se que a média da variável de saída, valor presente líquido total (U, foi consideravelmente inferior ao valor máximo de U obtido no modelo de programação linear. Constatou

  6. Análise dos fatores de risco anteparto para ocorrência de cesárea Analysis of the risk factors for cesarean section

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Angélica Leite de Carvalho Silva

    2005-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: criar um modelo preditivo para ocorrência de cesárea na Maternidade Professor Monteiro de Morais após avaliação dos fatores de risco anteparto das gestantes que pariram no período de 1 de setembro de 1999 a 31 de agosto de 2000, e posteriormente verificar a eficiência do serviço na indicação de cesárea. MÉTODOS: foi realizado estudo longitudinal, do tipo caso-controle com 3626 gestantes, no qual se verificou quais os fatores anteparto foram considerados de risco para cesárea, no período de 1 de setembro de 1999 a 31 de agosto de 2000. Posteriormente, criou-se modelo preditivo ideal, o qual permitiu quantificar o risco de cesárea para cada paciente na presença de um ou mais fatores de risco. A seguir, aplicou-se o modelo à amostra do estudo a fim de verificar o grau de concordância entre o risco previsto de cesárea e a realização do ato cirúrgico, ou seja, a eficácia na indicação de cesariana. RESULTADOS: aplicando-se o modelo preditivo na amostra, verificou-se que na ausência dos fatores de riscos anteparto, o risco basal de cesárea foi de 15,2%. O grau de concordância entre o previsto pelo modelo logístico e a ocorrência de cesárea foi de 86,6%. CONCLUSÕES: o modelo logístico permitiu identificar o risco basal de cesárea e quantificar a probabilidade de cesárea a partir da introdução do fator de risco. O modelo pode ser considerado útil e eficaz, uma vez que houve concordância entre o acerto e o previsto em 86,6% para cesariana, e 53,6% das pacientes submetidas ao parto normal, de fato, não tinham fator de risco para cesárea.PURPOSE: to create a predictive model for cesarean section at the "Professor Monteiro de Morais Maternity" after evaluation of antepartum risk factors of the pregnant women who delivered from September 1, 1999 to August 31, 2000, and then, to verify the efficacy of indication for cesarean section. METHODS: a longitudinal, case control study with 3.626 pregnant women was

  7. Toxicidade aguda e risco ambiental do antibiótico oxitetraciclina para tilápia ( Oreochromis niloticus , Daphnia magna e Lemna minor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.A. Machado

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste estudo foi classificar o antibiótico Terramicina(r de acordo com a toxicidade aguda e o risco de intoxicação ambiental para Oreochromis niloticus, Daphnia magna e Lemna minor, com base no seu ingrediente ativo oxitetraciclina (OTC. Além disso, observou-se a ocorrência de sinais de intoxicação aguda em peixes e o efeito da diluição do antibiótico sobre as variáveis de qualidade de água. Alevinos, neonatos e frondes foram expostos a concentrações de OTC. De acordo com os resultados dos testes de toxicidade aguda, a Terramicina(r foi classificada pela toxicidade aguda e pelo risco de intoxicação ambiental. Para O. niloticus, a CL(I50; 48h calculada foi de 6,92 mg L-1, para D. magna a CE(I50; 48h foi de 0,17mg.L-1, enquanto para L. minor a CI(I50;7d foi de 0,68 mg L-1. A Terramicina(r foi classificada como muito tóxica para O. niloticus e extremamente tóxica para D. magna e L. minor e causa risco de intoxicação ambiental para os três organismos testados. Concentrações de 7,5 e 8,0 mg L-1 de OTC reduziram a concentração de oxigênio dissolvido na água. De acordo com este estudo, a Terramicina(r não deve ser utilizada na aquicultura, pois é altamente tóxica e causa risco de intoxicação ambiental aos organismos teste.

  8. Catarata na infância: perfil socioeconômico, gestacional e desenvolvimento neuropsicomotor Cataract in childhood: socioeconomic and gestational profiles and neuropsychomotor development

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Bezerra da Cruz

    2005-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o perfil socioeconômico e gestacional e o desenvolvimento neuropsicomotor de pacientes com catarata infantil atendidos em centro de referência oftalmológica no estado de Pernambuco, Brasil. MÉTODOS: Aplicou-se um questionário estruturado, em outubro e novembro de 2003, aos genitores das crianças submetidas à cirurgia de catarata infantil na Fundação Altino Ventura. RESULTADOS: Dos 40 pacientes, 23 eram do gênero feminino (57,0% e 17 do masculino (43,0%. A maioria das mães (65,0% e dos pais (55,0% das crianças informou ter como grau de instrução o primeiro grau incompleto. A renda familiar variou de 1 a 3 salários mínimos, em 70,0% dos casos. Quanto ao estado civil 40,0% dos genitores eram casados. Trinta e nove mães (97,5% fizeram pré-natal, 37 (92,5% referiram não terem sido imunizadas contra a rubéola, e 13 (32,5% referiram rubéola na gravidez. Três mães (7,5% referiram consangüinidade com seus cônjuges e cinco (12,5% relataram exposição a medicamentos durante a gestação. O desenvolvimento neuropsicomotor da maioria dos pacientes analisados estava dentro dos limites tidos como normais em outros estudos. Quatorze pacientes (35,0% tinham idade maior ou igual que 6 anos no momento da entrevista e, onze desses (78,5% estavam na escola. O índice de repetência escolar dessas crianças foi de 45,4%. CONCLUSÃO: Na amostra estudada, observou-se que os pacientes caracterizavam-se por pertencerem a uma população de baixa renda. Menos da metade dos pais entrevistados eram casados e, os pacientes tinham baixo rendimento escolar. Identificaram-se falhas no sistema de saúde quanto à imunização para rubéola.PURPOSE: To analyze the socioeconomic and gestational profiles, and the neuropsychomotor development of patients with infantile cataract cared for at a medical ophthalmologic center in Pernambuco state, Brazil. METHODS: A standardized questionnaire was applied, in October and November 2003, to the

  9. Tratamento do diabetes mellitus gestacional com glibenclamida: fatores de sucesso e resultados perinatais Gestational diabetes mellitus management with glyburide: factors of success and perinatal outcomes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean Carl Silva

    2007-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: identificar os fatores relacionados ao sucesso no tratamento do diabetes mellitus gestacional (DMG com a glibenclamida e avaliar os resultados perinatais. MÉTODOS: estudo longitudinal, prospectivo, no qual foram incluídas, no período de agosto de 2005 até julho de 2006, 50 gestantes portadoras de DMG, que necessitaram de terapêutica complementar à dietoterapia e à atividade física, com feto apresentando circunferência abdominal (CA normal à ultra-sonografia (abaixo do percentil 75. Foi mantida a glibenclamida até o parto, enquanto o controle glicêmico estivesse adequado e a CA fetal normal, sendo considerado um sucesso terapêutico. Na falta de controle glicêmico ou a CA fetal alterada, a terapêutica foi substituída por insulinoterapia, sendo considerada falha terapêutica. As gestantes foram divididas em dois grupos: um que obteve sucesso com a terapêutica (n=29 e outro, falha (n=21. Os resultados avaliados foram: sucesso terapêutico, características maternas e resultado perinatal. RESULTADOS: dos casos analisados, 58% obtiveram sucesso com a glibenclamida. Não foi encontrada diferença (p>0,05 nos dois grupos quanto à idade materna, valores das glicemias no teste de tolerância oral à glicose com 75 g, índice de massa corpórea (IMC materno, número de consultas no pré-natal e número de gestações anteriores. Ajustando-se a um modelo de regressão logística, encontramos que as gestantes com sucesso terapêutico tiveram o diagnóstico mais tardio (p=0,02 e menor ganho de peso durante a gestação (pPURPOSE: to identify the factors related to successful gestational diabetes mellitus (GDM management with glyburide and to evaluate perinatal outcomes. METHODS: prospective longitudinal study including 50 pregnant women with GDM who required complementary treatment to diet and physical activity, whose fetus presented normal abdominal circumference (AC to ultrasound (pct0.05 in either group, with regards to maternal

  10. Avaliação dos riscos de queda de pacientes em uso de medicamentos prescritos em hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Justus Buhrer Ferreira Neto

    2015-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: estratificar medicamentos prescritos em escala de risco de queda, identificando subgrupos de medicamentos e unidades de internação com maior risco de queda. Método: estudo retrospectivo em prescrições de clínica médica, clínica cirúrgica, unidade de terapia intensiva geral. Fatores de risco considerados: 1 hipotensão ortostática; 2 hipotensão arterial; 3 hipertensão arterial; 4 bradicardia; 5 agitação psicomotora; 6 confusão mental; 7 tontura; 8 sonolência/sedação; 9 diminuição da visão; 10 convulsões; 11 atonia/distonia/fraqueza muscular; 12 hipoglicemia; 13 urgência micção e 14 urgência defecação/diarreia. Estabeleceu-se graus de risco: 0: 0 fator; I: 1-2 fatores; II: 3-5 fatores; III: 6-9 fatores e IV: 10-14 fatores. Resultados: foram analisados 3893 medicamentos, estratificados como graus: 0 22,7%; I 33,5%; II 28%; III 15,1%; IV 0,7%. Os graus III e IV referiram-se mais frequentemente a fármacos para distúrbios da acidez gástrica, 22,6%, e psicolépticos, 100%. Conclusão: conhecer fatores de risco associados aos medicamentos pode contribuir para prevenção e diminuição de quedas, sobretudo quando regimes terapêuticos não podem ser modificados.

  11. Diagnóstico participativo socioambiental e de riscos à saúde das comunidades do entorno do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela de Abreu Moniz

    Full Text Available Resumo O objetivo deste estudo foi diagnosticar os problemas socioambientais prioritários e os riscos à saúde das comunidades do entorno do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro. De abordagem participativa, a pesquisa-ação conduziu a aplicação de entrevistas, grupos focais, reuniões e oficina com atores sociais de Porto das Caixas e Sambaetiba, localizados em Itaboraí/RJ, no período de novembro de 2013 a dezembro de 2014. Uma análise estrutural dos problemas priorizados pelas comunidades (oferta de água, tratamento de esgoto e risco de doenças transmissíveis; risco de poluição do ar e doenças respiratórias; ausência de segurança pública e risco de violência esquematizou a relação causa-efeito-intervenção, com base no Protocolo para Avaliação Comunitária de Excelência em Saúde Ambiental. O processo revelou ausência de representatividade dos atores sociais das localidades estudadas em espaços decisórios sobre a problemática ambiental. Urgem ações educativas com profissionais e moradores que visem a favorecer a constituição de movimentos coletivos, indispensáveis à garantia dos direitos de mitigação das situações de contaminação do ar e de acesso aos serviços de saneamento e de segurança pública e de condições de menor risco à saúde.

  12. Hábitos Alimentares, Atividade Física e Escore de Risco Global de Framingham na Síndrome Metabólica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thays Soliman Soares

    2014-04-01

    Full Text Available Fundamento: A síndrome metabólica é um transtorno complexo representado por um conjunto de fatores de risco cardiovascular. A adoção de um estilo de vida saudável está fortemente relacionada à melhora da Qualidade de Vida e interfere de forma positiva no controle dos fatores de risco presentes nessa condição clínica. Objetivo: Avaliar o efeito de um programa de modificação do estilo de vida sobre o Escore de Risco Cardiovascular Global de Framingham em indivíduos com síndrome metabólica. Método: Trata-se de uma subanálise de um ensaio clínico randomizado, controlado, cegado, com duração de três meses. Os participantes foram randomizados em quatro grupos: intervenção nutricional + placebo (INP, intervenção nutricional + suplementação de ácidos graxos ômega 3 (3 g/dia de óleo de peixe (INS3, intervenção nutricional + atividade física + placebo (INEP e intervenção nutricional + atividade física + suplementação de ácidos graxos ômega 3 (INES3. O Escore de Risco Cardiovascular Global de Framingham de cada indivíduo foi calculado antes e após a intervenção. Resultados: Participaram do estudo 70 indivíduos. Observou-se uma redução da média do escore após a intervenção de forma geral (p < 0,001. Obteve-se uma redução para risco intermediário em 25,7% dos indivíduos. Após a intervenção, observou-se redução significativa (p < 0,01 da "idade vascular", sendo esta mais expressiva nos grupos INP (5,2% e INEP (5,3%. Conclusão: Todas as intervenções propostas produziram efeito benéfico para a redução do escore de risco cardiovascular. O presente estudo reforça a importância da modificação do estilo de vida na prevenção e no tratamento das doenças cardiovasculares.

  13. Fatores determinantes da incidência de macrossomia em um estudo com mães e filhos atendidos em uma Unidade Básica de Saúde no município do Rio de Janeiro Factors accountable for macrosomia incidence in a study with mothers and progeny attended at a Basic Unity of Health in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Costa de Oliveira

    2008-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: investigar fatores determinantes da incidência de macrossomia em um estudo com mães e filhos atendidos em uma Unidade Básica de Saúde no município do Rio de Janeiro. MÉTODOS: estudo de coorte prospectivo, com 195 pares de mães e filhos, em que a variável dependente foi a macrossomia (peso ao nascer >4.000 g, independente da idade gestacional ou de outras variáveis demográficas e as independentes foram variáveis socioeconômicas, reprodutivas pregressas/do curso da gestação, bioquímicas, comportamentais e antropométricas. A análise estatística foi feita por meio de regressão logística múltipla. Foram estimados valores de risco relativo (RR baseado na fórmula simples: RR = OR /(1 - I0 + (I0 versus OR, em que I0 é a incidência de macrossomia em não-expostos. RESULTADOS: a incidência de macrossomia foi de 6,7%, sendo os maiores valores encontrados em filhos de mulheres com idade >30 anos (12,8%, brancas (10,4%, com dois filhos ou mais (16,7%, que tenham tido recém-nascidos do sexo masculino (9,6%, com estatura >1,6 m (12,5%, com estado nutricional pré-gestacional de sobrepeso ou obesidade (13,6% e ganho de peso gestacional excessivo (12,7%. O modelo final revelou que ter dois filhos ou mais (RR=3,7; IC95%=1,1-9,9 e ter tido recém-nascido do sexo masculino (RR=7,5; IC95%=1,0-37,6 foram as variáveis que permaneceram associadas à ocorrência de macrossomia. CONCLUSÕES: a incidência de macrossomia foi maior que a observada no Brasil como um todo, mas ainda é inferior à relatada em estudos de países desenvolvidos. Ter dois filhos ou mais e ter tido recém-nascido do sexo masculino foram fatores determinantes da ocorrência de macrossomia.PURPOSE: to investigate factors accountable for macrosomia incidence in a study with mothers and progeny attended at a Basic Unity of Health in Rio de Janeiro, Brazil. METHODS: a prospective study, with 195 pairs of mothers and progeny, in which the dependent variable was

  14. Factores de Risco da Asma Grave

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N. Adel

    1999-07-01

    Full Text Available RESUMO: Apesar da rápida progressão do conhecimento da fisiopatologia da asma e da larga difusão de meios terapêuticos de eficácia acrescida, observase um aumento da morbalidade e da morbildade da asma em numerosos paises, em particular nos paises industrialtzados, por razões ainda pouco conhecidas Estes factos permitem questionar o funcionamento do sistema de cuidados de saúde e a difusão dos progressos terapêuticos na população asmática. Os autores definem o concetto de asma aguda grave, salientando dois tipos: o tipo 1, de «instalação progressiva» em algumas horas ou dtas eo upo 2 de «instalação brutal» em menos de três horas Os factores de risco para cada urn deles parecem ser diferentes.Os autores fazem uma revisão dos factores de risco da asma grave, tendo em conta as caracterisucas individuais do doente, os factores ambientats e a intervenção da sociedade.Em relação aos factores individuais como a idade e o sexo, verificase que na infância, as taxas de internarmento por asma são mais elevadas no sexo masculino, sendo no total de internamentos em todas as idades, mais elevadas no sexo feminino e em doentes com internamentos anteriores por asma. O aumento da mortalidade por asma atinge em particular os doentes jovens economicamente desfavorecidos, pela dificuldade no acesso aos cuidados de saúde e na compra dos medicamentos, por utilizarem com menor frequência os tratamentos de crise e de fundo. Os factores psicológicos podem predispor à morte por asma no adolescente, sendo relevantes a subvalo-rização e a negação da doença por parte do doente ou da família Verificase por outro lado, um aumento da prevalência da depressão e do desespero nas cnanças com asma grave. As reacçõs psicológicas face a acontecimentos negauvos, como a morte de um ente próximo, a perda de emprego, conflitos familiares, provocam maior

  15. O que é comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes? What is adolescents' eating disorder risk behavior?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar comportamento de risco para transtornos alimentares (TA e sua frequência entre adolescentes em uma revisão da literatura nacional e internacional. MÉTODOS: Foi realizada uma busca bibliográfica por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicinee Lilacs e no portal SciELO,utilizando-se os descritores relacionados à "eating disorder risk behavior". Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, espanhol e inglês, e especificamente com adolescentes. Foram avaliados 76 artigos e analisados a nomenclatura e os instrumentos utilizados para avaliar comportamento de risco para TA e sua prevalência. RESULTADOS: Encontrou-se uma série de termos para avaliar risco para TA. A metodologia mais utilizada foi a de questionários e escalas, destacando-se o EAT-26 ou 40 e o BITE, dentre os mais frequentes; a prevalência de risco variou de 0,24% a 58,4%. CONCLUSÃO: Diferentes nomenclaturas e instrumentos são utilizados para avaliar comportamento de risco para TA entre adolescentes, com grande amplitude nos resultados de prevalência. Maior padronização de termos e metodologia de avaliação permitiriam melhor comparação entre estudos epidemiológicos em diferentes localidades.OBJECTIVE: To characterize eating disorder (ED risk behavior and its prevalence among adolescents in a review of national and international literature. METHODS: We carried out an integrative review on PubMed (U.S. National Library of Medicine, Lilacs and SciELO, using descriptors related to "eating disorder risk behavior". Articles published in the last 10 years, in Portuguese, Spanish and English, and specifically with adolescents were selected. The nomenclature and instruments used to assess eating disorder risk behaviors and its frequency were evaluated and analyzed in 76 articles. RESULTS: Several terms to assess ED risk behavior were found; questionnaires and scales

  16. A melanoma risk score in a Brazilian population Um escore de risco para melanoma em uma população brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucio Bakos

    2013-04-01

    Full Text Available BACKGROUND: Important risk factors for cutaneous melanoma (CM are recognized, but standardized scores for individual assessment must still be developed. OBJECTIVES: The objective of this study was to develop a risk score of CM for a Brazilian sample. METHODS: To verify the estimates of the main risk factors for melanoma, derived from a meta-analysis (Italian-based study, and externally validate them in a population in southern Brazil by means of a case-control study. A total of 117 individuals were evaluated. Different models were constructed combining the summary coefficients of different risk factors, derived from the meta-analysis, multiplied by the corresponding category of each variable for each participant according to a mathematical expression. RESULTS: the variable that best predicted the risk of CM in the studied population was hair color (AUC: 0.71; 95% CI: 0.62-0.79. Other important factors were freckles, sunburn episodes, and skin and eye color. Consideration of other variables such as common nevi, elastosis, family history, and premalignant lesions did not improve the predictive ability of the models. CONCLUSION: The discriminating capacity of the proposed model proved to be superior or comparable to that of previous risk models proposed for CM. FUNDAMENTOS: importantes fatores de risco para melanoma cutâneo são reconhecidos, mas escores padronizados para avaliação individual ainda precisam ser elaborados. OBJETIVOS: o objetivo deste estudo foi desenvolver um escore de risco de melanoma cutâneo para uma amostra brasileira. MÉTODOS: verificar as estimativas dos principais fatores de risco para melanoma, derivado de uma meta-análise (estudo de base italiano e, externamente, validar em uma população do sul do Brasil por um estudo caso-controle. Um total de 117 indivíduos foram avaliados. RESULTADOS: a variável com maior poder preditivo para o risco de melanoma cutâneo na população estudada foi a cor do cabelo (AUC: 0

  17. Lógica nebulosa para avaliar riscos na auditoria Fuzzy logic for risk assessment in auditing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jerônimo Antunes

    2006-08-01

    Full Text Available A avaliação dos riscos de que os controles internos de uma entidade possam falhar constitui-se em significativo desafio para os auditores independentes de demonstrações contábeis. As metodologias de trabalho empregadas para tal finalidade, normalmente, utilizam a lógica clássica, ou também denominada binária, presumindo que os fatores de riscos estão presentes, ou não, em um determinado tipo de processo de controle. O objetivo deste trabalho foi conceber um modelo de avaliação de risco dos controles internos de uma entidade utilizando a lógica nebulosa (fuzzy logic, para contemplar os elementos difusos que compõem os fatores desse tipo de risco analisados na auditoria de demonstrações contábeis. A validação conceitual do modelo concebido foi realizada por meio de entrevistas e debates com especialistas em auditoria de demonstrações contábeis e com consultas a bibliografias relevantes pertinentes. Como conclusão do estudo, ficou patente que o modelo de avaliação de risco, com o uso da lógica nebulosa, elimina a restrição binária da lógica clássica e permite tratar, de forma quantitativa, conceitos ambíguos através da aplicação de uma escala psicométrica, para refl etir predicados tais como: "muito bom", "bom", "razoável", "de grande importância", "de pouca importância" etc., tendo potencial para produzir resultados mais amplos e próximos da realidade.The assessment of the risks that an entity's internal control system may fail represents a significant challenge to independent auditors. The methodologies used to audit financial statements are usually supported by classical logic, also called binary logic, departing from the relatively simplistic premise that risk factors are either present or not in a certain kind of control process. This study aimed to conceive a risk assessment model for an entity's internal control system, using the fuzzy logic approach, to take into account the diffuse elements that

  18. Zinco e risco cardiovascular de pacientes nefropatas em tratamento de hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ádila da Silva Castro

    2018-02-01

    Full Text Available Objetivo: Investigar a relação entre concentração de zinco e risco cardiovascular em pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise. Métodos: Estudo analítico, retrospectivo e transversal, realizado em Fortaleza, Ceará, em 2012, do qual participaram 43 adultos com insuficiência renal crônica em hemodiálise (grupo HD e 35 saudáveis (CO - controle. Coletaram-se dados socioeconômicos e bioquímicos (colesterol total - CT, lipoproteína de baixa densidade - LDL, lipoproteína de muito baixa densidade - VLDL, lipoproteína de alta densidade - HDL e triglicerídeos - TG; determinou-se zinco plasmático por espectrometria de emissão óptica com plasma acoplado; coletou-se perfil lipídico do grupo HD do prontuário e do grupo CO por meio de kit Bioclin®. Obteve-se colesterol não-HDL pela fórmula: não-HDL = CT – HDL-c. Calculou-se risco cardiovascular pela razão TG/HDL, considerando risco quando >3,8. Análises por meio de testes t de Student, Pearson ou Spearman. Resultados: O zinco do grupo HD encontrou-se abaixo da referência e menor (p<0,001 em relação ao controle (68,40µg/dL e 85,53µg/dL, respectivamente. HDL no grupo HD mostrou-se abaixo da recomendação (39,64±11,58. VLDL (29,02±14,03mg/dL do grupo HD foi maior (p<0,001 que no CO (15,47±10,65mg/dL. LDL do grupo HD maior que no CO (p=0,05 e o TG no grupo HD (145,14±70,15mg/dL maior (p<0,001 que no CO (77,35±53,25mg/dL. Encontrou-se razão TG/HDL no grupo HD de 4,02±2,60 (p=0,04, indicando maior risco cardiovascular. Pacientes com maior relação TG/HDL apresentaram menores níveis de zinco (p=0,011. Conclusão: Os pacientes em hemodiálise apresentaram deficiência de zinco e possuíam elevado risco cardiovascular, porém sem correlação entre zinco e perfil lipídico.

  19. AVERSÃO À PERDA NAS DECISÕES DE RISCO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DANIEL ROSA DE ARAUJO

    2007-12-01

    Full Text Available Os estudos de Finanças Comportamentais surgiram numa tentativa de enquadrar os estudos econômicos e financeiros dentro do comportamento humano, levando em consideração a natureza humana e aceitando o fato de que os agentes econômicos estão suscetíveis a erros e a ações irracionais. A base de Finanças Comportamentais está na Teoria da Perspectiva, que, segundo Bernstein (1997, expõe padrões de comportamento nunca reconhecidos antes pelos estudiosos e teóricos de processo decisório. A Teoria da Perspectiva aponta duas deficiências humanas que causam esses padrões. A primeira é o fato de a emoção muitas vezes destruir o autocontrole que é essencial à tomada racional de decisões. A segunda deficiência é o fato de as pessoas na maioria das vezes não entenderem de forma clara com que estão lidando,criando em suas mentes molduras cognitivas. Estes estudos mostraram que a irracionalidade em decisões e escolhas ocorre também entre investidores, executivos e administradores. Com base no estudo de Kahneman e Tversky (1997, este trabalho buscou verificar entre 180 estudantes de administração da Universidade de Brasília, como se dá a evolução do processo decisório destes alunos ao longo do curso, buscando verificar, desta forma, se os estudos de administração interferem nas tomadas de decisões quando estes se deparam com situações de risco. Os resultados encontrados nesta população específica mostraram que os estudantes pesquisados demonstraram pouca inferência de molduras cognitivas, levando a concluir que estes frames não ocorrem de forma generalizada, como afirmado por Kahneman e Tversky (Kahneman e Tversky 1984. apud BERNSTEIN, Peter L. Desafio aos deuses, p. 275.

  20. Tratamento do paciente com mielodisplasia de alto risco Treatment of myelodysplastic syndrome in high risk patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evandro M. Fagundes

    2006-09-01

    Full Text Available O tratamento do paciente com mielodisplasia deve ser feito considerando o risco biológico da doença, a idade e as condições clínicas do paciente. De um modo geral, uma doença de alto risco necessitaria de um tratamento mais agressivo. Porém, devido à elevada idade mediana no diagnóstico, a maioria dos pacientes não tolera tratamentos intensivos. O transplante de células-tronco hematopoiéticas é a única opção para aqueles que objetivam a cura da doença. Para aqueles que não podem se submeter a um transplante, as opções incluem o uso de quimioterapia intensiva, agentes hipometilantes, tratamento suportivo e/ou inclusão em estudos clínicos. A quimioterapia intensiva semelhante à utilizada para leucemia mielóide aguda é uma boa opção para pacientes em boas condições clínicas e com menos de 65 anos de idade.To initiate a treatment for myelodysplastic syndrome, the physician should consider the patient's age, status performance and the risk of transformation to acute myeloid leukemia (AML and death. In theory, a high risk disease should be approached with intense treatment however most patients are not healthy enough to receive aggressive treatment with chemotherapy or stem cell transplantation. For those who are not able to receive a transplantation, the treatment options include AML-like chemotherapy, hypomethylating agents, supportive care alone or participation in a clinical trial. AML-like chemotherapy is still a reasonable choice for those patients who are in good clinical conditions and are younger than 65 years of age.

  1. Prevalência e fatores de risco para tabagismo em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maura C Malcon

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: O tabagismo é uma das principais causas de enfermidades evitáveis e incapacidades prematuras. Nesse sentido, realizou-se estudo com o objetivo de medir a prevalência e estudar fatores de risco associados ao tabagismo nos adolescentes. MÉTODOS: A partir de um delineamento transversal de base populacional, estudou-se uma amostra representativa de 1.187 adolescentes de 10 a 19 anos, da zona urbana de Pelotas, sul do Brasil. Todos os adolescentes da amostra, de cada domicílio, foram entrevistados por meio de questionário pré-codificado, individual e confidencial. Utilizou-se o teste de Kaplan-Meier para análise da curva de sobrevida. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo na amostra foi de 12,1% (IC95% 10,3%-14%. As prevalências foram similares para os sexos femininos e masculinos. Os fatores de risco para tabagismo na análise multivariada, por regressão logística, foram: maior idade, odds ratio (OR de 28,7 (11,5-71,4, irmãos mais velhos fumantes, OR de 2,4 (1,5-3,8, três ou mais amigos fumantes, OR de 17,5 (8,8-34,8 e baixa escolaridade OR de 3,5 (1,5-8,0. CONCLUSÕES: A prevalência de tabagismo na adolescência mostrou-se alta, na cidade de Pelotas. Campanhas antitabágicas devem ser direcionadas à comunidade e à família tendo o adolescente como alvo. Medidas legais adotadas pelo governo são importantes para impedir o acesso dos adolescentes ao cigarro.

  2. Prevalência e fatores de risco para tabagismo em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Malcon Maura C

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: O tabagismo é uma das principais causas de enfermidades evitáveis e incapacidades prematuras. Nesse sentido, realizou-se estudo com o objetivo de medir a prevalência e estudar fatores de risco associados ao tabagismo nos adolescentes. MÉTODOS: A partir de um delineamento transversal de base populacional, estudou-se uma amostra representativa de 1.187 adolescentes de 10 a 19 anos, da zona urbana de Pelotas, sul do Brasil. Todos os adolescentes da amostra, de cada domicílio, foram entrevistados por meio de questionário pré-codificado, individual e confidencial. Utilizou-se o teste de Kaplan-Meier para análise da curva de sobrevida. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo na amostra foi de 12,1% (IC95% 10,3%-14%. As prevalências foram similares para os sexos femininos e masculinos. Os fatores de risco para tabagismo na análise multivariada, por regressão logística, foram: maior idade, odds ratio (OR de 28,7 (11,5-71,4, irmãos mais velhos fumantes, OR de 2,4 (1,5-3,8, três ou mais amigos fumantes, OR de 17,5 (8,8-34,8 e baixa escolaridade OR de 3,5 (1,5-8,0. CONCLUSÕES: A prevalência de tabagismo na adolescência mostrou-se alta, na cidade de Pelotas. Campanhas antitabágicas devem ser direcionadas à comunidade e à família tendo o adolescente como alvo. Medidas legais adotadas pelo governo são importantes para impedir o acesso dos adolescentes ao cigarro.

  3. Análise do nível de adesão ao disclosure do risco de mercado pelos bancos com ações negociadas na BM&FBOVESPA

    OpenAIRE

    Vinícius Costa da Silva Zonatto; Tarcita Cabral Ghizoni de Sousa; Francisco Carlos Fernandes

    2015-01-01

    O objetivo deste estudo é analisar o nível de adesão ao disclosure do risco de mercado pelas instituições financeiras com ações negociadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros (BM&F Bovespa), no tocante às recomendações do Acordo de Basileia II, em especial pelos bancos listados nos Níveis Diferenciados de Governança Corporativa da BM&F Bovespa. A metodologia utilizada na pesquisa consistiu num estudo descritivo, realizado por meio de uma pesquisa documental, com abordagem q...

  4. Musculação, uso de esteróides anabolizantes e percepção de risco entre jovens fisiculturistas de um bairro popular de Salvador, Bahia, Brasil

    OpenAIRE

    Iriart Jorge Alberto Bernstein; Andrade Tarcísio Matos de

    2002-01-01

    Estudos recentes em diferentes países têm apontado o aumento do consumo de esteróides anabolizantes entre jovens fisiculturistas e atletas, e os danos à saúde causados pelo seu uso indiscriminado. No Brasil, estudos sobre o uso de anabolizantes são escassos. No presente trabalho, examina-se a percepção de risco à saúde, associada ao consumo de anabolizantes, entre jovens fisiculturistas de um bairro pobre da cidade de Salvador. A metodologia privilegiou métodos de coleta de dados qualitativos...

  5. Musculação, uso de esteróides anabolizantes e percepção de risco entre jovens fisiculturistas de um bairro popular de Salvador, Bahia, Brasil

    OpenAIRE

    Iriart, Jorge Alberto Bernstein; Andrade, Tarcísio Matos de

    2002-01-01

    p. 1379-1387 Estudos recentes em diferentes países têm apontado o aumento do consumo de esteróides anabolizantes entre jovens fisiculturistas e atletas, e os danos à saúde causados pelo seu uso indiscriminado. No Brasil, estudos sobre o uso de anabolizantes são escassos. No presente trabalho, examina-se a percepção de risco à saúde, associada ao consumo de anabolizantes, entre jovens fisiculturistas de um bairro pobre da cidade de Salvador. A metodologia privilegiou métodos de coleta de...

  6. Dermatite associada à incontinência: estudo de coorte em pacientes críticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Couto Machado Chianca

    2017-03-01

    Full Text Available RESUMO Objetivos Estimar incidência, determinar fatores de risco e propor modelo de predição de risco para desenvolvimento de dermatite associada a incontinência em pacientes adultos críticos. Método Trata-se de um estudo de coorte concorrente realizado com 157 pacientes críticos. A coleta de dados foi conduzida diariamente entre fevereiro e julho de 2015 em hospital público e de ensino de Belo Horizonte, MG. Os dados foram lançados em banco de dados, submetidos a análise descritiva de sobrevida e multivariada. Resultados Obteve-se uma incidência global de 20,4%. Foram encontrados 19 fatores de risco que apresentaram associação significativa com o problema. As variáveis encontradas no modelo de predição de risco foram: sexo masculino, trauma, uso de hipnótico/sedativos, lactulona, suporte nutricional, fezes pastosas e queixa de ardência (local. Conclusão Os resultados mostraram que a dermatite é um achado clínico comum em pacientes adultos críticos e merece atenção especial para maior qualidade da assistência de enfermagem.

  7. Mulheres com Aids: desvendando histórias de risco Women with AIDS: disclosing risk stories

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leticia Legay Vermelho

    1999-04-01

    Full Text Available Esta pesquisa procurou conhecer o perfil social e cultural relacionado a risco de infecção pelo HIV em mulheres, descrevendo algumas variáveis epidemiológicas e revelando relatos de risco, o significado de sua vivência com AIDS e assistência recebida. Através de um questionário semi-estruturado, entrevistou-se 25 mulheres internadas no Hospital Universitário da UFRJ, no período anterior à disponibilização das drogas combinadas. A maioria referiu baixa escolaridade, ocupações de baixa qualificação ou eram donas de casa, sendo sua renda familiar, em alguns casos, pior que a média dos usuários deste hospital. A representação predominante sobre risco associava a Aids a uma "doença do outro" e DSTs eram percebidas como infecções masculinas, embora várias relatassem episódios destas, anteriormente ao HIV. Elas tiveram seu diagnóstico/tratamento só após o adoecimento ou morte do companheiro e ou filho. O estudo sugere estratégias preventivas que, prioritariamente, reforçam o poder de negociação sexual destas mulheres silenciosas e atuam sobre os homens, como participantes potencialmente ativos nos programas de saúde reprodutiva, os quais incorporam a questão DST/AIDS.This study approaches the social and cultural profile concerning risk for HIV infection in women, describing some epidemiological variables and disclosing reports of risk situations, the meaning of living with AIDS, and support received. A semi-structured questionnaire was used to interview 25 women from the University Hospital of the Federal University of Rio de Janeiro, prior to the availability of multi-drug treatment. The majority reported limited schooling, were housewives or engaged in under-skilled occupations, and had family incomes lower than average for users of this public teaching hospital. The view of AIDS as "someone else's disease" was prevalent, and STDs were perceived as male infections, although several women reported episodes of STDs

  8. Saúde sexual dos adolescentes : conhecimentos riscos e mitos

    OpenAIRE

    Antunes, Maria Inês Araújo

    2012-01-01

    Trabalho final de mestrado integrado na área científica de Medicina Geral e Familiar, apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra Introdução: A saúde sexual é parte importante da saúde e desenvolvimento dos jovens, sendo os comportamentos sexuais e seus riscos um importante aspeto de saúde pública. O presente artigo visa avaliar as fontes de informação e mitos sobre sexualidade e o risco de infeção por ISTs e gravidez não planeada nos adolescentes. Materiais ...

  9. Diagnóstico primário dos fatores de risco coronariano em idosos vinculados à estratégia saúde da família no interior do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Micheli Beatriz Radtke

    2016-10-01

    Full Text Available Objetivo: estimar a prevalência de fatores de risco de doença coronariana em idosos de um município no interior do Rio Grande do Sul. Método: para a realização do presente estudo, utilizou-se a tabela de risco coronariano proposta pela Michigan Heart Association. Realizou-se um estudo com abordagem epidemiológica, observacional e com delineamento transversal em uma amostra calculada de 115 idosos, de ambos os sexos, na faixa etária média de 69,86 ±7,7 anos. Os dados foram submetidos à análise descritiva, através da média, desvio padrão e identificação do percentual da ocorrência do risco relativo, além disso, foi realizado o teste Mann-Whitney e o teste t pareado para comparação do risco coronariano entre as unidades de saúde e a frequência na dieta alimentar de alimentos ricos em gorduras saturadas e sódio. Resultados: o risco coronariano médio obtido foi de 31,23 ± 5,3 pontos, classificado pela Michigan Heart Association, como risco moderado. Não houve alteração significativa entre os sexos e as localidades, indicando que o risco coronariano é alto em todo território avaliado. A população apresentou dieta aterogênica, com consumo elevado de gordura saturada e sódio. De acordo com a ordem de prevalência, os fatores mais encontrados foram: percentual de gordura saturada na dieta, hereditariedade, sobrepeso, pressão arterial, sedentarismo e tabagismo respectivamente. Considerações finais: foram evidenciados casos de alto risco, alertando para a necessidade da elaboração e inserção de políticas de promoção de saúde, a fim de minimizar as possibilidades de ocorrência de eventos coronarianos, sobretudo em uma população idosa.

  10. Bebida à base de subproduto da uva: efeitos sobre o estresse oxidativo e marcadores de risco de doenças cardiovasculares em mulheres saudáveis

    OpenAIRE

    Marcela Piedade Monteiro

    2011-01-01

    Introdução: Estudos epidemiológicos sugerem que o consumo de vinho, produtos de uva e outros alimentos contendo polifenóis está associado à diminuição do risco de doenças cardiovasculares. Na produção de vinhos e suco de uva são geradas quantidades expressivas de bagaço residual, que é prejudicial ao meio ambiente. Por outro lado, este subproduto possui alto teor de antioxidantes e de fibras. Objetivo: Produzir uma bebida à base de farinha de bagaço de uva proveniente do processamento de suco...

  11. Avaliação das alterações hemostáticas e do risco tromboembólico em cães com AHIM

    OpenAIRE

    Moraes, Lívia F.; Takahira, Regina K.; Golim, Marjorie de A.; Baggio, Márcia S.

    2016-01-01

    Resumo: A anemia hemolítica imuno-mediada (AHIM) é a causa mais comum dentre as anemias hemolíticas e a doença imuno-mediada de maior prevalência em cães, incluindo causas primárias e secundárias. As AHIM tem sido associadas a estados de hipercoagulabilidade, sendo o tromboembolismo a complicação mais comum. Este estudo teve como objetivo correlacionar as possíveis alterações hemostáticas e o risco tromboembólico nas AHIM e nas anemias por outras etiologias. Para tanto, foram selecionados 76 ...

  12. Revisao de 15 casos submetidos a oclusao temporaria bilateral de arteria iliaca interna em pacientes com alto risco para hemorragia obstetrica

    OpenAIRE

    Krutman,Mariana; Galastri,Francisco Leonardo; Affonso,Breno Boueri; Nasser,Felipe; Travassos,Fabiellen Berzoini; Messina,Marcos de Lourenco; Wolosker,Nelson

    2013-01-01

    OBJETIVO: Analisar os resultados de 15 pacientes com elevado risco de sangramento obstétrico, submetidas ao implante de catéteres balão profilático para oclusão temporária das artérias hipogástricas. MÉTODOS: Uma análise retrospectiva foi realizada com base em prontuários de 15 pacientes submetidas ao implante de catéteres balão profilático, de janeiro/2008 a dezembro/2011. Todas as pacientes incluídas no estudo f...

  13. Fatores de risco da transmissão de zoonoses por costumes da população de Ilha Solteira, Brasil

    OpenAIRE

    Sánchez-Ortiz, Iván A; Leite, Maurício A

    2011-01-01

    Objetivo Determinar condições geradoras de possíveis transmissões de zoonoses com base nos costumes dos moradores de Ilha Solteira-São Paulo, para formular recomendações concretas às autoridades correspondentes para reduzir os fatores de risco. Métodos Foram realizadas 100 entrevistas dirigidas no perímetro urbano da cidade de Ilha Solteira no mês de abril de 2008. O público alvo foram pessoas maiores de idade que morassem ou trabalhassem na casa em estudo. Resultados Na pesquisa foram encont...

  14. Demência como fator de risco para fraturas graves em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carvalho Aline de Mesquita

    2002-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As quedas entre pessoas idosas constituem importante problema de saúde pública devido à sua alta incidência, às complicações para a saúde e aos altos custos assistenciais. O estudo realizado visa a estimar a associação entre demência e ocorrência de quedas e fraturas entre idosos. MÉTODOS: Foi conduzido estudo caso-controle de 404 indivíduos com 60 ou mais anos de idade, da cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Casos e controles foram pareados por idade, sexo e hospital. Os dados foram coletados por meio de entrevista estruturada com os idosos. Foram considerados portadores de quadro demencial idosos cuja pontuação no questionário BOAS fosse superior a dois. Foram obtidos odds ratios (OR ajustados por fatores potenciais de confusão, utilizando-se regressão logística condicional. RESULTADOS: As quedas distribuíram-se igualmente entre os períodos da manhã, tarde e noite, havendo uma redução em sua freqüência durante a madrugada. Acidentaram-se dentro de casa 78% dos idosos com demência, contra 55% daqueles sem essa doença. O OR não-ajustado para a associação entre demência e fratura grave foi de 2,0 (IC95%, 1,23-3,25. Após o ajuste por fatores de confusão, houve uma pequena redução dessa associação (OR=1,82, 1,03-3,23. CONCLUSÃO: Idosos com quadro demencial apresentam maior risco de caírem e ser hospitalizados por fratura do que idosos sem demência. Tal fato implica a necessidade de cuidados especiais com esses indivíduos, visando a minimizar o risco desses acidentes.

  15. A proteinúria como fator de risco para retinopatia diabética

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Freitas André Moraes

    2002-01-01

    Full Text Available Introdução: A diabete mélito é doença metabólica complexa que envolve hiperglicemia, doença microvascular (retina e rim e neuropatia. A retinopatia e a nefropatia são importantes causas de cegueira e falência renal respectivamente, e complicações relacionadas à diabete mélito. Objetivo: Determinar a relação entre a presença de proteinúria e nefropatia com a gravidade da retinopatia diabética num estudo transversal de pacientes diabéticos. Métodos: Estudo transversal de pacientes diabéticos, sem tratamento oftalmológico prévio, atendidos em serviço de oftalmologia terciário. Estes pacientes foram submetidos a exame fundoscópico, exames laboratoriais e interrogados quanto ao tempo de duração e o tipo de diabete. Comparados os fatores de risco abordados com os achados fundoscópicos. Na análise dos dados quantitativos foi usado o teste t de Student. Resultados: Estudados 81 pacientes, 28 do sexo masculino, 53 do sexo feminino, 28 com diabete insulino-dependente 53 com diabete não-insulino-dependente. Fatores correlacionados estatisticamente com o grupo com retinopatia diabética mais grave incluem: diabete mélito insulino dependente (alfa<0,01, nefropatia (alfa<0,05, proteinúria (alfa<0,05, maior tempo de doença (p<0,001 e valores mais elevados de glicemia de jejum (p=0,01. Conclusões: Concluiu-se que a gravidade de retinopatia diabética está relacionada à presença de proteinúria e nefropatia além de sofrer influência de fatores de risco tais como tempo de duração da doença, tipo de diabete e controle metabólico da doença.

  16. Agregação de fatores de risco metabólicos, atividade física e comportamentos de risco à saúde em adolescentes: revisão da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michael Pereira da Silva

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: apresentar dados sobre a associação da atividade física, sedentarismo, alimentação inadequada, consumo de cigarro e bebidas alcoólicas com a agregação de fatores de risco metabólicos em adolescentes. Método: estudo de revisão utilizando critérios de diagnóstico de Sindrome Metabólica em crianças e adolescentes. Resultados e considerações finais: comportamentos como a atividade física, comportamento sedentário e hábitos alimentares possuem sua associação melhor elucidada na literatura, quando comparados aos hábitos de fumo e consumo de álcool, os quais necessitam de maiores investigações nesta população. Contudo, evidências demonstram que todos os hábitos abordados neste trabalho possuem alguma relação com a agregação de fatores de risco metabólicos na idade adulta, e sua prevenção na adolescência parece favorecer o não aparecimento dos mesmos no futuro.

  17. Risco psicossocial para servidores de universidade pública na região norte do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tais Poncio Pacheco

    2018-03-01

    Full Text Available Este artigo é a exposição dos resultados de uma pesquisa institucional realizada em uma universidade pública na região norte do país. O estudo foi realizado com os servidores da instituição e teve como objetivo geral compreender o modo de organização do trabalho e como isso tem impactado nos trabalhadores, tanto de forma positiva como negativa. A pesquisa foi dividida em duas etapas, e os resultados foram obtidos por meio da aplicação do Protocolo de Avaliação dos Riscos Psicossociais do Trabalho (PROART e do questionário com dados sociodemográficos. A análise dos dados foi com base nas perspectivas teóricas das Clínicas do Trabalho, especialmente a Psicodinâmica do Trabalho que é a teoria de base do instrumento escolhido. Observou-se que os servidores apresentam risco médio na escala de organização do trabalho, sinalizando um alerta para a necessidade de intervenções a curto e médio prazo que possam transformar as situações relativas à divisão das tarefas e divisão social do trabalho.

  18. Fatores de risco e de proteção em adolescentes vítimas de abuso sexual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeane Lessinger Borges

    2013-09-01

    Full Text Available Este artigo refere-se a uma pesquisa qualitativa que visou identificar os fatores de risco e de proteção em casos de abuso sexual na adolescência. Foram entrevistadas duas meninas adolescentes vítimas de abuso sexual, de um município do Interior do Rio Grande do Sul. Os dados das entrevistas foram analisados por meio da Análise de Conteúdo (Bardin, 1977. Em relação aos resultados, percebe-se uma presença maior de fatores de risco do que de fatores de proteção no momento atual de vida das adolescentes, o que merece uma atenção especial por parte dos serviços que atendem estes casos. Sugerem-se pesquisas referentes aos estudos relacionados à resiliência e aos aspectos positivos da vida do ser humano, em vítimas de abuso sexual, buscando fortalecer os aspectos saudáveis das vítimas e ajudá-las a reconstruir sua vida.

  19. Risco cardiovascular em profissionais de saúde de serviços de atendimento pré-hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Cavagioni

    2012-04-01

    Full Text Available Avaliar os fatores de risco cardiovascular, com ênfase na hipertensão, e estratificá-los de acordo com o Escore de Risco de Framingham (ERF. Estudo com 154 profissionais que atuavam em aten-dimento pré-hospitalar na cidade de São Paulo e rodovia Br-116. Foi considerado significante o valor de p110mg/dL- 11%, colesterol total>200mg/dL- 36%, LDL-c>130mg/dL- 33%, HDL-c150mg/dL- 30% e proteína C reativa>0,5mg/dL- 16%. O ERF foi médio em 10,3% e alto em 1,3%. Na análise de regressão logística verificou-se que a hipertensão associou-se com as variáveis: HDL-c (odds ratio: 0,257 e ERF (odds ratio: 23,159. Houve forte associação entre ERF e hipertensão. Os dados chamam a atenção, por se tratar principalmente de profissionais da área da saúde relativamente jovens.

  20. Mulheres com gravidez de maior risco: vivências e percepções de necessidades e cuidado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela do Carmo Oliveira

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivo: Compreender vivências e percepções de mulheres com gestação de maior risco, relativas aos problemas/necessidades de saúde e práticas de cuidado. Métodos: Estudo descritivo-qualitativo, realizado em Cuiabá, Mato Grosso, com 12 mulheres em acompanhamento pré-natal em um serviço público especializado, por meio de entrevista semiestruturada e análise de conteúdo temática. Resultados: As participantes expressam a vivência de importantes eventos não médicos, que influem em sua saúde, como desinformação, medos, preocupações, desorganização da vida cotidiana e familiar, carências financeiras, e outras. Contudo, para o pré-natal, avalizam cuidados orientados pela perspectiva de risco, de controle dos problemas médicos. Reportam-se à necessidade de cuidados amplos, mas, para isso, buscam suporte na família e rede social comunitária de apoio. Conclusão: A compreensão das vivências e dos pontos de vista das mulheres grávidas é imprescindível à construção de ações pré-natais que respondam a necessidades de cuidados abrangentes.

  1. REPRESENTAÇÕES, RISCOS E POTENCIALIDADES DE RIOS URBANOS: ANÁLISE DE UM (DESCASO HISTÓRICO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lutiane Queiroz de Almeida

    2010-08-01

    Full Text Available Entre os diversos tipos de ambientes e paisagens terrestres, os rios urbanos são de longe os mais utilizados, ocupados, modificados, degradados e subjugados. No contexto das cidades, hoje o principal habitat humano, os rios possuem variadas formas de representação e potencialidades, mas também de ameaças, vulnerabilidades e riscos para os habitantes de suas áreas de influência. O principal objetivo deste artigo é discutir os aspectos geográficos e históricos que explicam os riscos e ameaças ligadas à ocupação e o uso dos rios urbanos, bem como de suas potencialidades. Esses ambientes, normalmente, são negados pela cidade já que se tornaram áreas desvalorizadas pela mesma sociedade que os degradaram, os confinaram em canais de concreto, ou simplesmente os ocultaram da paisagem, tornando-os subterrâneos e simples elementos do sistema de drenagem urbana. Quanto aos métodos utilizados no artigo, têm-se como principais referências a análise sistêmica e a abordagem dialética. Como principais arcabouços teóricos dos estudos sobre rios urbanos, têm-se os trabalhos de Saraiva (1999, Petts et al. (2002, Costa (2006, Cunha (2003, Bethemont (1993, Mann (1973.

  2. Efeitos de Intervenção Cognitivo-Comportamental sobre Fatores de Risco Psicológicos em Cardiopatas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Gorayeb

    Full Text Available RESUMODiminuir fatores de risco para cardiopatias pode melhorar a qualidade de vida e reduzir a mortalidade e morbidade relacionadas a elas.O presente estudo avaliou a eficácia de uma intervenção cognitivo-comportamental em grupo sobre ansiedade, depressão, estresse e saúde cardiovascular em cardiopatas. Foram avaliados 91 pacientes antes e após participação nos grupos, com entrevistas semiestruturadas, Inventários Beck (Ansiedade e Depressão e Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp. Coletaram-se medidas fisiológicas para cálculo do escore de Framingham. A participação no grupo resultou em redução dos sintomas de ansiedade, depressão, estresse e melhora do enfrentamento ao estresse. Não houve diferença no escore de Framingham. A intervenção se mostrou eficaz para a redução dos fatores de risco psicológicos nessa amostra.

  3. Prevalência e fatores de risco da hipertensão arterial no bairro Piratininga de Osasco

    OpenAIRE

    Silvia Helena Cruz Pereira

    2010-01-01

    Introdução: A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é um importante problema de saúde pública mundial, por sua alta prevalência e por ser causa de doenças que são fatais ou que levam a invalidez permanente. Objetivo: Conhecer a prevalência da hipertensão arterial sistêmica e as relações existentes entre os fatores de risco e a HAS, em adultos, da população cadastrada pelo Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS), no bairro Piratininga da cidade de Osasco. Métodos: O presente estudo epi...

  4. O desenvolvimento da sexualidade de crianças em situação de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Murakami Yano

    2011-12-01

    Full Text Available O estudo teve como objetivo retratar e analisar o desenvolvimento da sexualidade de crianças em situação de risco. Quarenta e duas crianças, de 6 a 12 anos, foram entrevistadas aos pares, utilizando-se técnicas facilitadoras de comunicação. Empregou-se o método qualitativo descritivo-exploratório, segundo Análise de Conteúdo Temática. A falta de orientação e de informação, as referências e fontes inadequadas de conhecimento e a violação de seus direitos caracterizaram o percurso da sexualidade dessas crianças. Fora dos contos de fadas, elas descobriram a dicotomia entre amor e sexo, sendo este associado a eventos violentos.

  5. Avaliação do perfil de risco de cárie dentária em gestantes de Araraquara, Brasil Evaluación de factores de riesgo de padecer caries dental en gestantes de Araraquara, Brasil Evaluation of risk factors suffering dental caries in pregnants from Araraquara, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Carolina De Aguiar

    2011-12-01

    Full Text Available O conhecimento do risco de cárie na gravidez é essencial para um correto plano de tratamento com ações educativas e preventivas às mães para que possam cuidar adequadamente de sua saúde bucal e de seus filhos. Este estudo retrospectivo teve como objetivo identificar o risco de cárie de gestantes (15-44 anos; média= 25 anos que frequentaram a clínica de odontologia preventiva da Faculdade de Odontologia de Araraquara, Universidade Estadual Paulista de 1999 a 2007. Um total de 166 prontuários, preenchidos por alunos do 3º ano do Curso de Graduação, seguindo orientações pré-estabelecidas, foram utilizados. Coletou-se informação sobre: classificação do diagnóstico de risco de cárie, trimestre gestacional, consumo de carboidratos (entre ou durante as refeições, placa corada (registro de controle de placa de O'Leary, número e grupo de dentes com experiência de cárie. Para análise estatística foram utilizados o teste de qui-quadrado e ANOVA. A maioria das gestantes (92,1 % apresentou 25 % ou mais das superfícies dentárias com placa dental. A média (desvio-padrão de dentes obturados e cariados foi 7,9 (5,1 e 4,0 (3,4, respectiva emente. Os dentes posteriores foram os mais acometidos por cárie/restaurações. Quanto ao diagnóstico de risco à cárie, a classificação alta foi observada em 38,5 % das gestantes, moderada em 47,6 % e baixa em 13,9 %. Houve associação estatisticamente significativa (p= 0,001 entre o consumo de carboidratos e o diagnóstico de risco de cárie. O índice de placa foi semelhante nos diferentes trimestres gestacionais (f= 0,223; p= 0,803. Portanto pode-se concluir que o risco de cárie da grande maioria das gestantes foi alto ou moderado e esteve estatisticamente associado ao consumo de carboidratos.El conocimiento del riesgo de padecer de caries dental durante el periodo de embarazo es esencial para un correcto plan de tratamiento con las acciones educativas y preventivas necesarias para

  6. Mortalidade neonatal em Taubaté: um estudo caso-controle Neonatal mortality in Taubaté, São Paulo, Brazil: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruth Sampaio Paulucci

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar e quantificar os fatores de risco para óbito neonatal em Taubaté, São Paulo. MÉTODOS: Trata-se de estudo caso-controle com dados de nascidos vivos e de óbitos neonatais de Taubaté, em 2003, obtidos da Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo. Os casos (óbitos neonatais e os controles (recém-nascidos nos mesmos dias daqueles que faleceram foram reunidos num banco por meio da técnica de linkage. As variáveis independentes foram: variáveis sociodemográficas e assistenciais (idade e escolaridade maternas, paridade, consultas no pré-natal, tipo de parto e relato de natimorto e variáveis biológicas (peso ao nascer, idade gestacional, escore de Apgar, presença de defeito congênito e sexo. Utilizou-se a regressão logística para identificar e quantificar os efeitos destas variáveis em relação ao óbito neonatal pelo programa SPSS 10.0. Foram introduzidas no modelo as variáveis que apresentaram pOBJECTIVE: To identify and to estimate the risk factors associated to neonatal mortality in Taubaté, São Paulo, Brazil. METHODS: This case-control study enrolled live births in the city of Taubaté during 2003. Live birth data and death records were obtained from São Paulo Health Department. Neonatal deaths were cases and babies born alive in the same day of cases were the controls. A single data file was created by linkage approach. Dependent variable was neonatal death. Independent variables were those related to socio-demographic characteristics and prenatal care (maternal age, years in school, parity, previous stillbirths, prenatal care, as well as the biological ones (birthweight, gender, gestational age, congenital defects and Apgar score. Logistic regression was used to identify and to estimate the risk factors associated to neonatal death. The variables with p<0.20 were introduced in the model and maintained if p<0.05, by SPSS 10.0. RESULTS: 392newborns with 34 neonatal deaths were studied. There were 198

  7. Fatores relacionados à presença de recém-nascidos grandes para a idade gestacional em gestantes com diabetes mellitus gestacional Factors related to the presence of large for gestational age newborns in pregnant women with gestational diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean Carl Silva

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar os fatores relacionados à presença de recém-nascidos grandes para a idade gestacional nas gestantes com diabetes mellitus gestacional. MÉTODOS: no período de janeiro de 2004 a julho de 2006, foram selecionadas, retrospectivamente, 157 gestantes que apresentavam diabete mellitus gestacional e estavam em acompanhamento. Esse grupo foi dividido em dois subgrupos: um com recém-nascidos de peso adequado para a idade gestacional (n=136 e outro com recém-nascidos grandes para a idade gestacional (n=21. Foram comparadas as características maternas nos dois grupos. Para a análise da hipótese de igualdade entre a média dos dois grupos, utilizou-se o teste t de Student. E para que se testasse a homogeneidade dos grupos em relação às proporções, foi utilizado o teste do χ2. RESULTADOS: os grupos não apresentaram diferença significativa quanto à idade materna, índice de massa corporal, ganho de peso durante a gestação, número de gestações anteriores, glicemia de jejum no teste oral de tolerância à glicose após a ingestão de 75 g (TOTG 75 g, idade gestacional no momento do parto, valores glicêmicos durante o tratamento e o tipo de tratamento utilizado (p>0,05. No grupo com recém-nascidos grandes para a idade gestacional, observou-se valor de glicemia de duas horas no TOTG 75 g maior (p=0,02, a idade gestacional de início de tratamento maior (p=0,02, e um número menor de consultas realizadas no serviço (pPURPOSE: to evaluate factors related to the presence of neonatal macrosomia in pregnant women with gestational diabetes mellitus. METHODS: 157 pregnant women presenting gestational diabetes mellitus in follow-up were retrospectively selected from January 2004 to July 2006. This group has been divided into two subgroups: one with newborns with weight in accordance with the gestational age (n=136 and another with macrosomic newborns (n=21. Maternal characteristics have been compared between the groups. The t

  8. Situação vacinal de recém-nascidos de risco e dificuldades vivenciadas pelas mães

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilene Gianelli Lopes

    2013-06-01

    Full Text Available Entre recém-nascidos de risco, a imunização torna-se relevante em virtude do caráter preventivo. A pesquisa objetivou analisar a situação vacinal dos recém-nascidos de risco de Cuiabá-MT, bem como a satisfação e dificuldades das mães em relação à imunização. Estudo descritivo, quantitativo, com 113 recém-nascidos de risco, selecionados pela Declaração de Nascido Vivo: 25,7% apresentaram atraso vacinal, sendo a falta de vacinas na Unidade de Saúde (50,0% o motivo mais relatado. Das crianças em atraso, 65,5% tinham mais de uma vacina atrasada, 100% apresentavam peso abaixo do esperado, 75,9% eram acompanhados em seu crescimento e desenvolvimento pela Unidade de Saúde, 69,0% apresentaram episódio de doença nos seis primeiros meses de vida, 41,4% das mães eram menores de 18 anos. As mães relataram várias dificuldades quanto ao serviço de imunização. Destaca-se a importância de estratégias que visem melhorar a qualidade no atendimento, estrutura dos serviços de saúde, acolhimento e preparo dos profissionais.

  9. CONHECIMENTO DOS TRABALHADORES DA INDÙSTRIA METAL-MECÂNICA SOBRE FATORES DE RISCO PARA DOENÇA ARTERIAL CORONARIANA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Bohrer Oliva

    2011-01-01

    Full Text Available RESUMO: Objetivo: identificar o conhecimento dos trabalhadores da indústria metalmecânica em relação aos fatores de risco para doença arterial coronariana (DAC e às atitudes voltadas a sua prevenção. Métodos: estudo com delineamento transversal, realizado com um grupo de trabalhadores da indústria metal-mecânica do sul do Brasil. A amostra foi por conveniência. Os dados foram coletados por meio de um questionário e verificação de medidas antropométricas. Análise descritiva. Resultados: foram incluídos 100 trabalhadores, com idade média de 29,0+10,16 anos, 66% homens. A obesidade foi considerada como fator de risco para DAC por 94% dos trabalhadores, a hipertensão arterial por 88% e hipercolesterolemia por 80%. Em relação às atitudes para prevenção da DAC, 51% da amostra referiram praticar atividade física. Conclusão: a maioria dos entrevistados conhece os principais fatores de risco para DAC. Contudo, as atitudes voltadas à prevenção ainda são limitadas.

  10. Risk factors associated with vestibulocochlear nerve schwannoma: systematic review Fatores de risco associados ao Schwannoma do nervo vestibular: revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Corona

    2009-08-01

    Full Text Available The vestibulocochlear nerve schwannoma (VS is a benign tumor that stems from the edge of the Schwann´s sheath. It is considered the most frequent intracranial benign tumor, of low lethality rate and unknown etiology. AIM: to identify risk factors associated with VS. STUDY DESIGN: systematic review. METHODS: electronic search of studies using the following key words: "risk", "schwannoma", "vestibular", "neuroma" and "acoustic". All original articles on epidemiological studies published in Portuguese, English or Spanish describing measures of association were included. RESULTS: twenty case-control studies were found, most of them published in the United States. The analysis of those studies shows educational level, household income, occupation, exposure to ionizing radiation and noise, allergic diseases as well as the use of both cellular and cordless phones as risk factors for the VS. CONCLUSION: methodological limitations and lack of precision in the findings impose limits to definitive conclusions concerning those risk factors. The current study contributes with information which can subsidize decisions related to the methodology to be used, having in mind new investigations on risk factors for VS. Therefore, it is of great help for knowledge improvement in this field.O Schwannoma do nervo vestibular (SV é um tumor benigno que se origina da bainha de Schwann do VIII par craniano. É o tumor benigno intracraniano mais frequente, de baixa letalidade e etiologia obscura. OBJETIVO: Identificar fatores de risco associados ao SV. DESENHO DO ESTUDO: Revisão sistemática. MATERIAL E MÉTODO: Identificação de estudos em bases de dados eletrônicos utilizando as palavras-chaves "risk", "risco", "schwannoma", "vestibular", "neuroma" e "acoustic". Incluíram-se artigos originais de pesquisa epidemiológica publicados em português, espanhol ou inglês, que referiam alguma medida de associação. Foram comparados e analisados aspectos metodológicos e

  11. Gerenciamento de risco cambial na Fiat Automóveis S/A com utilização de hedge sem caixa

    OpenAIRE

    Pereira, Marcus Vinicius Soares

    2003-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Este estudo objetivou investigar o processo de gerenciamento de riscos cambial na Fiat Automóveis S/A com utilização de hedge. Tal objetivo evidencia o tipo de pesquisa realizada que caracteriza como sendo exploratório, seguindo o método do estudo de caso. Os dados foram obtidos no Balanço Patrimonial da Fiat Automóveis de 1999, através de fonte primária...

  12. O papel da informação como medida preventiva ao uso de drogas entre jovens em situação de risco

    OpenAIRE

    Sanchez,Zila van der Meer; Oliveira,Lúcio Garcia de; Ribeiro,Luciana Abeid; Nappo,Solange Aparecida

    2010-01-01

    Entre os jovens, o uso de drogas ilícitas é um problema de saúde coletiva que desperta atenção. Poucos estudos sobre motivos para o não uso de drogas exploram o real papel da informação como método preventivo. O objetivo do estudo é analisar, entre adolescentes e jovens em situação de risco, os motivos para o não uso de drogas ilícitas, destacando o impacto da informação como fator protetor. Através de metodologia qualitativa, adotou-se uma amostra intencional, selecionada por informantes-cha...

  13. Adolescência, comportamento sexual e fatores de risco à saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Gonçalves de Assis

    2014-02-01

    Full Text Available OBJETIVO : Analisar a relação entre comportamento sexual e fatores de risco à saúde física ou mental entre adolescentes. MÉTODOS : Estudo realizado com 3.195 escolares de 15 a 19 anos de idade, do segundo ano do ensino médio de escolas públicas e particulares das capitais de 10 estados do Brasil, em 2007-2008. Foi utilizada amostragem por conglomerados com multiestágio de seleção (escolas e alunos em cada cidade e rede de ensino pública e particular. Foi aplicado questionário a todos os alunos selecionados, com os seguintes itens: dados socioeconômicos e demográficos; comportamento sexual; “transar” com pessoas do mesmo sexo, do sexo oposto ou de ambos os sexos; uso de bebida alcoólica e maconha; usar camisinha ao “transar”; presença de experiências sexuais traumáticas na infância ou adolescência; e ideação suicida. A análise incluiu descrição de frequências, teste de Qui-quadrado, análise de correspondência múltipla e de cluster. Foram analisadas qualitativamente, por análise dos conteúdos manifestos, as respostas a uma questão livre em que o adolescente expressou comentários gerais sobre si e sua vida. RESULTADOS : Cerca de 3,0% dos adolescentes referiu comportamento homossexual ou bissexual, sem diferenciação de sexo, idade, cor da pele, estrato social, estrutura familiar e rede de ensino. Adolescentes com comportamento homo/bissexual comparados aos heterossexuais relataram (p < 0,05: ficar de “porre” (18,7% e 10,5%, respectivamente, uso frequente de maconha (6,1% e 2,1%, respectivamente, ideação suicida (42,5% e 18,7%, respectivamente e ter sido vítima de violência sexual (11,7% e 1,5%; respectivamente. Adolescentes com comportamento homo/bissexual relataram utilizar menos preservativo de forma frequente (74,2% do que aqueles com comportamento heterossexual (48,6%, p < 0,001. Três grupos foram encontrados na análise de correspondência: composto por adolescentes com comportamento homo

  14. Recién nacidos pequeños para la edad gestacional: sensibilidad del diagnóstico y su resultado

    OpenAIRE

    Díaz, Lucía; Cóppola, Francisco; Vargas, Diego; Quiñones, Patricia

    2014-01-01

    OBJETIVODeterminar la sensibilidad en el diagnóstico clínico-ecográfico de pequeños para la edad gestacional (PEG) y valorar el impacto del diagnóstico prenatal en la tasa de cesáreas y los resultados neonatales (Apgar y gasometría).MATERIAL Y MÉTODOEstudio descriptivo-analítico retrospectivo.RESULTADOSDe 4548 nacidos vivos, se detectó un total de 379 PEG; 99 casos (26%) tenían diagnóstico previo de RCIU. Los resultados neonatales de depresión, acidosis y Apgar bajo no fueron diferentes en el...

  15. Situación actual de la diabetes gestacional en el Área I de la Región de Murcia

    OpenAIRE

    Lifante Pedrola, Zoila María

    2015-01-01

    INTRODUCCIÓN: La diabetes mellitus gestacional (DMG) es una alteración de la glucosa que se manifiesta durante el embarazo. El impacto de la DMG afecta tanto a la salud del feto como de la madre. Las mujeres con DMG tienen un riesgo siete veces mayor de desarrollar diabetes mellitus tipo 2, y lo hacen a una edad temprana, lo que incrementa su riesgo de desarrollar complicaciones asociadas a esta enfermedad. Estas mujeres son idóneas como objeto de intervenciones en cuanto a estilo de vida par...

  16. Influencia de la diabetes gestacional en el desarrollo psicomotor y la regulación de los ritmos circadianos durante el primer año de vida

    OpenAIRE

    Zornoza Moreno, Matilde

    2014-01-01

    OBJETIVOS El objetivo general se centró en conocer si el neurodesarrollo y la regulación de los ritmos circadianos de los niños pueden estar influidos por la presencia de diabetes gestacional materna (GDM). Se plantearon como objetivos secundarios: Evaluar si los sensores utilizados en adultos para el registro de temperatura periférica y actividad son útiles en la medición de los estos mismos ritmos circadianos durante el primer año de vida y determinar si existe relación entre la madurac...

  17. Hipoglicemiantes orales para el tratamiento de la diabetes mellitus gestacional: Revisión sistemática de la literatura

    OpenAIRE

    Pavlovic B,Milenko; Carvajal C,Jorge

    2013-01-01

    Antecedentes: La diabetes mellitus gestacional (DMG) se asocia a mayor riesgo materno y perinatal. El manejo habitual de ésta patología es la dieta, el ejercicio y la insulina. Los hipoglicemiantes orales (HGO) son una terapia emergente para el tratamiento de la DMG. Objetivos: Realizar una revisión sistemática de toda la evidencia tipo I disponible acerca del uso de HGO para tratamiento de DMG y realizar un metaanálisis de los resultados maternos y perinatales significativos. Resultados: Die...

  18. Risco de câncer de pulmão, laringe e esôfago atribuível ao fumo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana MB Menezes

    2002-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Os tipos de câncer de pulmão, laringe e esôfago têm como um de seus principais fatores de risco o fumo. O objetivo do estudo foi avaliar o risco populacional atribuível ao fumo nesses tipos de câncer. MÉTODOS: A pesquisa baseou-se em três estudos de caso-controle em cidade de médio porte do Brasil. Analisaram-se casos incidentes hospitalares de câncer de pulmão, de laringe e de esôfago diagnosticados por biópsias; os controles foram pacientes hospitalizados por outros motivos, sem ser câncer ou doenças altamente relacionadas ao fumo. O fator de exposição foi o tabagismo medido em três níveis: não-fumantes, ex-fumantes e fumantes atuais, definidos por meio de questionários aplicados por entrevistadores treinados. Para a medida de efeito, foi utilizado o odds ratio obtendo-se, dessa forma, o "risco populacional atribuível" ao fumo com IC de 95%. RESULTADOS: Foram estudados 122 casos e 244 controles de câncer de pulmão, 50 casos de câncer de laringe e 48 casos de câncer de esôfago, com um grupo de 96 controles comum a ambos. A prevalência da exposição ao fumo utilizada para a análise foi de 34%, que corresponde à prevalência de fumo na população adulta da cidade. Os odds ratios para o cálculo do risco populacional atribuível foram obtidos por análises ajustadas para os fatores de confusão de cada um dos estudos. Para ex-fumantes com câncer de pulmão, o risco populacional atribuível foi de 63% (IC95%, 0,58-0,68 e, para fumantes, de 71% (IC95%, 0,65-0,77. Para câncer de laringe, o RPA foi de 74% (IC95%, 0,70-0,78 para ex-fumantes e de 86% (IC95%, 0,81-0,85 para fumantes. O câncer de esôfago mostrou um risco de 54% (IC95%, 0,46-0,62 para fumantes. CONCLUSÃO: Conclui-se que o fumo é um importante fator de risco e que a cessação do mesmo contribuiria para reduções significativas na incidência de câncer nesses três sítios.

  19. Risco de câncer de pulmão, laringe e esôfago atribuível ao fumo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Menezes Ana MB

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Os tipos de câncer de pulmão, laringe e esôfago têm como um de seus principais fatores de risco o fumo. O objetivo do estudo foi avaliar o risco populacional atribuível ao fumo nesses tipos de câncer. MÉTODOS: A pesquisa baseou-se em três estudos de caso-controle em cidade de médio porte do Brasil. Analisaram-se casos incidentes hospitalares de câncer de pulmão, de laringe e de esôfago diagnosticados por biópsias; os controles foram pacientes hospitalizados por outros motivos, sem ser câncer ou doenças altamente relacionadas ao fumo. O fator de exposição foi o tabagismo medido em três níveis: não-fumantes, ex-fumantes e fumantes atuais, definidos por meio de questionários aplicados por entrevistadores treinados. Para a medida de efeito, foi utilizado o odds ratio obtendo-se, dessa forma, o "risco populacional atribuível" ao fumo com IC de 95%. RESULTADOS: Foram estudados 122 casos e 244 controles de câncer de pulmão, 50 casos de câncer de laringe e 48 casos de câncer de esôfago, com um grupo de 96 controles comum a ambos. A prevalência da exposição ao fumo utilizada para a análise foi de 34%, que corresponde à prevalência de fumo na população adulta da cidade. Os odds ratios para o cálculo do risco populacional atribuível foram obtidos por análises ajustadas para os fatores de confusão de cada um dos estudos. Para ex-fumantes com câncer de pulmão, o risco populacional atribuível foi de 63% (IC95%, 0,58-0,68 e, para fumantes, de 71% (IC95%, 0,65-0,77. Para câncer de laringe, o RPA foi de 74% (IC95%, 0,70-0,78 para ex-fumantes e de 86% (IC95%, 0,81-0,85 para fumantes. O câncer de esôfago mostrou um risco de 54% (IC95%, 0,46-0,62 para fumantes. CONCLUSÃO: Conclui-se que o fumo é um importante fator de risco e que a cessação do mesmo contribuiria para reduções significativas na incidência de câncer nesses três sítios.

  20. Associação entre risco de disfagia e risco nutricional em idosos internados em hospital universitário de Brasília Association between risk of dysphagia and nutritional risk in elderly inpatients at a univesity hospital of Brasília, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Rolim Vieira Maciel

    2008-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Investigar a associação entre o grau de risco de disfagia e o risco nutricional dos pacientes idosos internados na clínica médica do Hospital Universitário de Brasília. MÉTODOS: Estudo transversal, analítico, original, observacional, não-controlado, com amostra de conveniência e estratificada. Foram aplicados a Mini Avaliação Nutricional e o questionário de risco de disfagia em 49 pacientes idosos nas primeiras 48 horas após admissão na clínica médica, em setembro de 2006. RESULTADOS: A freqüência de idosos foi maior na faixa etária entre 60-74 anos 11meses (78%, com média de idade de 69 anos, sendo 41% mulheres e 59% homens. A proporção de risco de disfagia dos pacientes idosos foi de 69% e do estado nutricional inadequado de 71%, valor elevado principalmente entre as mulheres. Ambos os sexos se encontram em risco nutricional, masculino (20,5, Desvio-padrão - DP=5 e feminino (19, DP=6. O estudo mostrou que as mulheres apresentam uma tendência maior para risco de disfagia, porém os homens apresentam um quadro de maior gravidade (risco moderado. Foi encontrada uma correlação negativa moderada entre os valores de risco de disfagia e seus respectivos scores da Mini Avaliação Nutricional. CONCLUSÃO: Foi verificado neste estudo que os idosos apresentam dois agravantes de sua qualidade de vida: estado nutricional e disfagia, que podem ser agudizados na internação hospitalar.OBJECTIVES: This study aimed to verify the association between the degree of risk of dysphagia and nutritional risk of elderly inpatients at the medical clinic of Brasília´s University Hospital. METHODS: This is a cross-sectional, analytic, original, observational, uncontrolled study with convenience and stratified sample. The Mini Nutritional Assessment and a questionnaire to assess risk of dysphagia were administered to 49 elderly patients within the first 48 hours after admission to the medical clinic, in September 2006. RESULTS

  1. Perfil das crianças atendidas no setor fonoaudiológico do ambulatório de crianças de alto risco da Prefeitura Municipal de Franca/SP Profile of children attended in the speech therapy department of the high risk children clinic in Franca/SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laudicéia Katiuce Pinto

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: caracterizar o perfil das crianças atendidas no setor fonoaudiológico do ambulatório de crianças de alto risco da Prefeitura Municipal de Franca- SP. MÉTODO: trata-se de um estudo descritivo do tipo transversal e contemporâneo, realizado por meio da consulta de 62 prontuários de recém-nascidos atendidos no ano de 2010. RESULTADOS: os resultados revelaram que a maioria da amostra era composta por neonatos do gênero masculino; prematuros, com média de 32 semanas de idade gestacional; baixo peso ao nascer e crescimento intra-uterino adequado; peso médio de 1.774 gramas; fazendo uso de sondas para a alimentação, sendo a sonda parenteral a mais utilizada; ingestão de leite materno associado à fórmula; presença dos reflexos de busca, sucção, mordida e gap. O tempo médio que os bebês levaram para passar para a via oral exclusiva foi de três semanas. A frequência média de atendimentos fonoaudiológicos recebidos ficou em sete estimulações. Verificou-se que os aspectos que interferem na transição da via de alimentação do recém-nascido para via oral exclusiva são: prematuridade e a classificação do peso. CONCLUSÃO: os dados obtidos nessa pesquisa apontam a importância da intervenção fonoaudiológica com relação à estimulação precoce da sucção em recém-nascido pré-termo, estando relacionada com o desenvolvimento global do bebê. A estimulação precoce realizada pelos fonoaudiólogos nos recém-nascidos pré-termos é fundamental para uma alimentação adequada e nutritiva.PURPOSE: to define the profile of children attended in the speech therapy department of the high risk children clinic in Franca/SP. METHOD: it is a cross-sectional descriptive study and contemporary, performed by consulting the records of 62 infants treated during 2010. RESULTS: the results showed that the majority of the sample consisted of male newborns, premature infants, with an average of 32 weeks gestational age, low birth

  2. Perfil das crianças atendidas no setor fonoaudiológico do ambulatório de crianças de alto risco da prefeitura municipal de Franca/SP Profile of children attended in the speech therapy department of the high risk children clinic in Franca/SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laudicéia Katiuce Pinto

    2013-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: caracterizar o perfil das crianças atendidas no setor fonoaudiológico do ambulatório de crianças de alto risco da Prefeitura Municipal de Franca- SP. MÉTODO: trata-se de um estudo descritivo do tipo transversal e contemporâneo, realizado por meio da consulta de 62 prontuários de recém-nascidos atendidos no ano de 2010. RESULTADOS: os resultados revelaram que a maioria da amostra era composta por neonatos do gênero masculino; prematuros, com média de 32 semanas de idade gestacional; baixo peso ao nascer e crescimento intra-uterino adequado; peso médio de 1.774 gramas; fazendo uso de sondas para a alimentação, sendo a sonda parenteral a mais utilizada; ingestão de leite materno associado à fórmula; presença dos reflexos de busca, sucção, mordida e gap. O tempo médio que os bebês levaram para passar para a via oral exclusiva foi de três semanas. A frequência média de atendimentos fonoaudiológicos recebidos ficou em sete estimulações. Verificou-se que os aspectos que interferem na transição da via de alimentação do recém-nascido para via oral exclusiva são: prematuridade e a classificação do peso. CONCLUSÃO: os dados obtidos nessa pesquisa apontam a importância da intervenção fonoaudiológica com relação à estimulação precoce da sucção em recém-nascido pré-termo, estando relacionada com o desenvolvimento global do bebê. A estimulação precoce realizada pelos fonoaudiólogos nos recém-nascidos pré-termos é fundamental para uma alimentação adequada e nutritiva.PURPOSE: to define the profile of children attended in the speech therapy department of the high risk children clinic in Franca/SP. METHOD: it is a cross-sectional descriptive study and contemporary, performed by consulting the records of 62 infants treated during 2010. RESULTS: the results showed that the majority of the sample consisted of male newborns, premature infants, with an average of 32 weeks gestational age, low birth

  3. Somatotipo, fatores de risco e razão cintura-estatura em indivíduos fisicamente ativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Henrique Souza de Almeida

    2015-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A relação entre o tipo físico e o risco cardiovascular vem sendo estudada em diversas populações do mundo. No Brasil, estudos que avaliam esta relação são escassos, principalmente quando se trata de indivíduos que praticam atividades físicas. Objetivo: Analisar a relação do somatotipo com fatores de risco cardiovascular e razão cintura-estatura (RCEst em praticantes de atividade física.MÉTODOS: Trata-se de uma pesquisa descritiva com delineamento transversal. A amostra foi constituída por 280 sujeitos, usuários da pista de Cooper da Universidade Federal de Pernambuco, na cidade de Recife, PE, Brasil. Para identificação do nível de atividade física, utilizou-se a versão curta do International Physical Activity Questionnaire(IPAQ. Os indivíduos classificados como muito ativos, ativos ou irregularmente ativos A ou B, foram incluídos na amostra. Excluíram-se os sujeitos inativos fisicamente. O somatotipo foi estimado através do protocolo antropométrico de Carter e Heath (1990. Determinaram-se como fatores de risco cardiovascular o tabagismo, o consumo de bebida alcoólica e a pressão arterial (PA. Empregou-se a estatística descritiva para caracterização da amostra, em seguida, utilizou-se a Análise de Variância Multivariada (MANOVA, com nível de significância de p < 0,05.RESULTADOS: Não foi identificada relação significativa para as variáveis tabagismo e consumo de bebida alcoólica. Na análise da PA (Pillai's trace = 0,082; F = 8,187; p < 0,05 e da RCEst (Pillai's trace = 0,298; F = 39,081; p < 0,05, verificou-se significância estatística com o somatotipo.CONCLUSÃO: O tipo físico foi positivo e significativamente relacionado com a PA e com a RCEst, demonstrando que esse indicador antropométrico pode ser utilizado para predizer precocemente o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

  4. Identificação de fatores de risco cardiovascular em pais/cuidadores de crianças cardiopatas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Feijó Borges

    2012-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: As doenças cardiovasculares representam uma das principais causas de morbimortalidade no mundo. No Brasil, constituem a principal causa de óbitos. OBJETIVO: Identificar fatores de risco cardiovasculares em pais/cuidadores de crianças cardiopatas, mediante avaliação do estado nutricional, condições de saúde e estilo de vida. MÉTODOS: Estudo transversal, com 150 pais ou cuidadores de crianças cardiopatas que frequentavam um ambulatório de cardiologia pediátrica. Dados de identificação, estilo de vida e condições de saúde foram coletados por meio de questionário estruturado. Para análise dos hábitos alimentares utilizou-se questionário de frequência alimentar, e para avaliação do estado nutricional foram realizadas aferições de peso, estatura e circunferência da cintura e cálculo e classificação do Índice de Massa Corporal (IMC. RESULTADOS: Foram avaliados 155 pais de crianças cardiopatas, predominantemente do sexo feminino, 91,6%; a média de idade foi 35,0 ± 10,6 anos. Os fatores de risco observados em maior prevalência foram sedentarismo (85,2%, obesidade (28% e hipertensão (22,6%. Em relação aos hábitos alimentares foi identificada elevada frequência de consumo de carne vermelha, margarina, azeite, açúcar e baixo consumo de peixes. A comparação entre os gêneros apresentou diferença significativa em relação à obesidade, detectada pelo IMC, e hipertensão, e ambas foram mais presentes entre mulheres. A medida da circunferência da cintura também evidenciou maior risco cardiovascular nas mulheres. CONCLUSÃO: Foram identificados fatores de risco para doenças cardiovasculares nos pais/cuidadores avaliados, como excesso de peso, sedentarismo e hipertensão, além de hábitos alimentares inadequados como elevada frequência de consumo de gorduras saturadas e colesterol e baixa frequência de consumo de gorduras insaturadas.

  5. Câncer de estômago: fatores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Valéria de Britto

    Full Text Available Há cinqüenta anos o câncer de estômago vem perdendo a importância em termos de morbi-mortalidade em países considerados de primeiro mundo. Isso não ocorre no Brasil. Os principais fatores de risco evidenciados a partir de estudos epidemiológicos em várias populações do mundo e associados a essa neoplasia são alguns padrões de dieta. Com a descoberta do papel carcinogênico das nitrosaminas e do potencial anti-oxidante da vitamina C, algumas das associações entre câncer gástrico e padrões de dieta passaram a ser parcialmente entendidas. Com a descrição da Helicobacter pylori em 1983 e as evidências da relação dessa bactéria com certos processos patológicos do estômago, alguns precursores do câncer gástrico, novos elementos foram agregados ao processo fisiopatológico dessa entidade. O conhecimento hoje adquirido sobre a fisiopatologia do câncer gástrico, mesmo que parcial, fornece perspectivas estimulantes para prevenção e diagnóstico precoce.

  6. Câncer de estômago: fatores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Britto Anna Valéria de

    1997-01-01

    Full Text Available Há cinqüenta anos o câncer de estômago vem perdendo a importância em termos de morbi-mortalidade em países considerados de primeiro mundo. Isso não ocorre no Brasil. Os principais fatores de risco evidenciados a partir de estudos epidemiológicos em várias populações do mundo e associados a essa neoplasia são alguns padrões de dieta. Com a descoberta do papel carcinogênico das nitrosaminas e do potencial anti-oxidante da vitamina C, algumas das associações entre câncer gástrico e padrões de dieta passaram a ser parcialmente entendidas. Com a descrição da Helicobacter pylori em 1983 e as evidências da relação dessa bactéria com certos processos patológicos do estômago, alguns precursores do câncer gástrico, novos elementos foram agregados ao processo fisiopatológico dessa entidade. O conhecimento hoje adquirido sobre a fisiopatologia do câncer gástrico, mesmo que parcial, fornece perspectivas estimulantes para prevenção e diagnóstico precoce.

  7. Tratando as nanopartículas com precaução: reconhecendo a incerteza qualitativa na avaliação científica do risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fern Wickson

    2012-06-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-7984.2012v11n20p171 Invenções científicas e tecnologias, como a nanotecnologia, interagem com sistemas ecológicos e sociais complexos em vários níveis e têm o potencial de causar consequências ímpares e sem precedentes. Isso traz desafios para abordagens de avaliação de risco convencionais, as quais pressupõem que não apenas é possível prever os riscos potenciais de novas tecnologias com precisão através de métodos científicos, mas também que existe uma clara distinção entre uma avaliação de risco factual e objetiva realizada por um especialista, e uma avaliação de risco normativa / baseada em valores. Neste artigo descrevemos várias formas qualitativas de incerteza e procuramos demonstrar como valores, crenças e interesses estão, inevitavelmente, emaranhados na ciência envolvida em processos de avaliação de risco. Em seguida, apresentamos dois referenciais disponíveis para a exposição e a análise das formas qualitativas de incerteza na ciência orientada à formulação de políticas e descrevemos abordagens de precaução como uma alternativa à tomada de decisões baseada em riscos. Utilizamos as nanopartículas como um estudo de caso ilustrativo e argumentamos que a adoção de abordagens de precaução para a tomada de decisão implicaria necessariamente o reconhecimento da importância das formas qualitativas de incerteza, o que ajudaria a promover uma governança socialmente mais robusta e transparente deste campo emergente de desenvolvimento de tecnologia.

  8. Prevalência de fatores de risco cardiovascular em crianças e adolescentes da rede de ensino da cidade de Maceió

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Maria Alayde Mendonça da

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estabelecer a prevalência de hipertensão arterial sistêmica (HAS, do "risco de sobrepeso", sobrepeso, sedentarismo e tabagismo em crianças e adolescentes, de 7 a 17 anos, de ambos os sexos, da rede pública e privada de ensino de Maceió, AL. MÉTODOS: Estudo epidemiológico transversal. Amostragem por conglomerados em escolas de nível fundamental e médio. Cálculo da amostra baseado na menor prevalência esperada das variáveis estudadas. Protocolo de avaliação: questionário estruturado, antropometria e medidas da pressão arterial. Análise de associação das variáveis realizada pelo método do qui-quadrado. RESULTADOS: Em 2001 foram avaliados 1253 estudantes (547 do sexo masculino, média de idade 12,4±2,9 anos, demonstrando-se que 1172 não praticavam atividade física de moderada a intensa; "risco de sobrepeso" e sobrepeso presentes em 116 e 56 indivíduos, respectivamente; pressão arterial no percentil > de 95 identificada em 97 estudantes e apenas 30 admitiram fumar regularmente. Observou-se associação significante do "risco sobrepeso" e do sobrepeso com estudantes de escolas particulares (*p=0,0001 e do sedentarismo com o sexo feminino (*p=0,0001. CONCLUSÃO: A prevalência de sedentarismo, "risco de sobrepeso", sobrepeso, hipertensão arterial sistêmica e tabagismo na população estudada foi de 93,5%; 9,3%; 4,5%; 7,7% e 2,4%, respectivamente.

  9. Percepção de exposição a cargas de trabalho e riscos de acidentes em Pelotas, RS (Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela C. Lima

    1999-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a associação entre a percepção de exposição às cargas de trabalho e o risco de acidentes. MÉTODOS: O delineamento do estudo foi o tipo de casos e controles. Os casos (n=264 incluíram os acidentes de trabalho típicos notificados no Instituto Nacional de Seguridade Social, de Pelotas, RS (Brasil, de janeiro a julho de 1996. Foram excluídos os óbitos (dois, os acidentes ocorridos na zona rural, e os que afastaram o trabalhador de suas atividades por menos de sete dias. Para cada caso foram selecionados três tipos de controles: um trabalhador da mesma empresa, um vizinho e um controle populacional. Os controles foram emparelhados com os casos por idade e sexo e precisavam ter vínculo empregatício formal e não ter sofrido acidente no último mês. Os dados foram analisados usando regressão logística condicional. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Os trabalhadores que relatavam enfrentar situações de emergência, o trabalho em altura, perigo constante, ou ambientes ruidosos tinham cerca de duas vezes mais risco de acidentar-se. O trabalho em posições incômodas ou com esforço físico intenso aumentaram em 50% o risco de acidentes. As demais cargas de trabalho estudadas não se constituíram como fatores de risco para os acidentes. Os resultados foram ajustados para fatores de confusão.

  10. Prevalência dos fatores de risco para doença cardiovascular em funcionários do Centro de Pesquisas da Petrobras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matos Maria de Fátima Duarte

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência de fatores de risco para doença cardiovascular em funcionários do Centro de Pesquisas da Petrobras. MÉTODOS: Em estudo descritivo transversal, foram avaliados clínica e laboratorialmente, de março de 2000 e fevereiro de 2001, empregados do Centro de Pesquisas da Petrobras, tendo sido excluídos os que não compareceram à realização do exame médico periódico anual de 2000. Calculados o percentual da ocorrência dos fatores de risco e a média e o desvio padrão das variáveis bioquímicas, da pressão arterial e do índice de massa corpórea. RESULTADOS: De um total de 1.191 empregados, foram estudados 970, sendo 75,4% homens e 24,6% mulheres, com idade média de 42,2 anos. A prevalência de fatores de risco foi o sedentarismo (67,3%, o colesterol > 200 mg/dl (56,6%, o sobrepeso (42%, a obesidade (17%, a hipertensão arterial (18,2%, o tabagismo (12,4% e o diabetes mellitus (2,5%. CONCLUSÃO: A elevada prevalência de fatores de risco para doença cardiovascular, em indivíduos jovens, alerta para a necessidade de adoção de programas de promoção de saúde e prevenção de doenças no ambiente de trabalho.

  11. Estudos de atmosfera

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Riccioppo

    2016-11-01

    Full Text Available Joker e Estudos de balística possuíam formas distintas dos cadernos ou livros quando foram exibidos pela primeira vez, na mostra Dual Overdrive. De algum modo, o flagrante das imagens dos cartazes da campanha política parisiense e daquelas cusparadas sobre o asfalto era preservado no modo como eram mostrados os trabalhos, que repunham não apenas a orientação espacial dos objetos fotografados, mas, igualmente, sua escala: Joker apresentava-se na parede, em dimensões relativamente próximas às dos cartazes lambe-lambe que retratavam; e Estudos de balística, no chão da galeria, também com ampliação suficiente para que se tivesse a impressão de que se tratava de imagens “em tamanho real”.

  12. Significando o risco sanitário: modos de atuação sobre o risco na vigilância sanitária / Meaning the health risk: modes of action on the risk in health surveillance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Valesca Fernandes GIlson Silva

    2014-05-01

    Full Text Available Este estudo qualitativo, que utiliza o Interacionismo Simbólico como referencial teórico e a Teoria Fundamentada nos Dados como método, buscou compreender os modos de atuação sobre o risco. Sintetiza os significados do risco para os profissionais da Vigilância Sanitária (VISA e analisa os modos de atuação para o seu controle. A síntese é a sistematização das interpretações e significados do risco. A análise apresenta a existência de dois modos de atuação, permitindo empreender a aplicação do significado de risco no âmbito do domínio de um saber específico. Entre a identificação do risco e a intervenção existem processos que mesclam a racionalidade à subjetividade, a autoridade ao controle, a experiência ao conhecimento formal adquirido. O agir do profissional da VISA é constituído por conhecimentos, pela experiência adquirida, pelos contextos socioculturais e pelas interações que definem e redefinem os modos de atuar. As ações são baseadas nos significados do risco que se deslocam no plano da objetividade e da subjetividade, e a legislação é um importante instrumento de decisão e de persuasão. Embora ocorra um deslocamento para o uso do conhecimento e da experiência, é o arcabouço legal que imprime o que deve ou não ser controlado. ------------------------------------------------------------------------- This qualitative study that utilizes Symbolic Interactionism as a theoretical background and Grounded Theory as a method, sought to understand the modes of action about risk. It summarizes the meanings of risk to the professionals of Health Surveillance (HS, and analyses the modes of action to control it. The summary is the systematization of the in-terpretations and meanings of risk. The analysis shows the existence of two modes of ac-tion, allowing to undertake the application of the meaning of risk in the scope of domain of an specific knowledge. Between the risk identification and the

  13. Fatores de risco para doenças cardiovasculares em profissionais de enfermagem: estratégias de promoção da saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Jorge Magalhães

    2014-06-01

    Full Text Available O estudo objetivou identificar os fatores de risco modificáveis e não modificáveis para doenças cardiovasculares presentes nos profissionais de enfermagem, e descrever estratégias de promoção da saúde para o controle e prevenção desses fatores. Estudo documental, quantitativo, realizado com 165 prontuários de profissionais de enfermagem de hospital público de Fortaleza-CE. A análise se deu por estatística descritiva com dados expostos em quadros e tabelas. Nos resultados perceberam-se fatores de risco como antecedentes familiares com hipertensão arterial (72,9%, sedentários (64,9%, peso elevado (56,4%, circunferência abdominal elevada (49,7%, dentre outros. Para estratégias de promoção da saúde podem-se citar: orientações educativas, encaminhamentos e acompanhamento dos dados clínicos. Acredita-se na necessidade de atenção especial para tais profissionais, já que vivenciam uma profissão estressante, enfrentando problemas como insatisfação profissional, falta de reconhecimento financeiro e algumas doenças ocupacionais, o que pode prejudicar a qualidade de vida e dificultar o autocuidado.

  14. Riscos e controvérsias na construção social do conceito de alimento saudável: o caso da soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine de Azevedo

    2011-08-01

    Full Text Available Riscos e controvérsias na construção social do conceito de alimento saudável são discutidos, tendo a soja como objeto de estudo. Estudos dos impactos da soja sobre a saúde e da sojicultura sobre o meio socioambiental foram revisados para analisar as controvérsias científicas da pesquisa na área de soja e saúde humana, bem como seu contexto político e as repercussões socioambientais da sojicultura. Com base na Sociologia do Conhecimento Científico e na Sociologia Ambiental, argumenta-se que a fronteira entre o alimento saudável e o de risco é tênue e vulnerável a diferentes influências construídas reflexivamente. Destaca-se a importância de ampliar o conceito de alimento saudável para o de alimentação saudável, considerando sua dimensão cultural e socioambiental.

  15. Avaliação do risco de quedas em idosos atendidos em Unidade Básica de Saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatyana Ataíde Melo de Pinho

    2012-04-01

    Full Text Available A população mundial vem envelhecendo de forma abrupta, o que representa um grande desafio para os órgãos competentes que, por sua vez, necessitam de novas políticas públicas de saúde, inclusive na prevenção de quedas. Este estudo objetivou avaliar o risco de quedas em idosos. Trata-se de um estudo epidemiológico de corte transversal com abordagem quantitativa, realizado em uma unidade de saúde da família. A amostra foi composta por 150 idosos avaliados de janeiro a abril de 2009. Para a coleta de dados, utilizou-se o Fall Risk Score, que foi analisado através do SPSS 17.0. Dos idosos avaliados 58,8% não sofreram quedas, sendo que, dos idosos que caíram (63 idosos, 71,4% sofreram de 1 a 2 quedas, citando como principal causa intrínseca a tontura/vertigem, enquanto que a extrínseca foi pisos escorregadios ou molhados. Conclui-se, portanto, que é de grande relevância avaliar o risco de quedas em idosos, para que se medidas preventivas sejam tomadas, com o objetivo de maximizar a qualidade de vida.

  16. La preeclampsia y la hipertensión gestacional como factores de riesgo para el desarrollo del estado de prehipertensión y de hipertensión arterial a las doce semanas posparto. Un estudio descriptivo prospectivo

    OpenAIRE

    Bernardo Agudelo Jaramillo; Joaquín Guillermo Gómez Dávila; Samuel Eduardo Gélvez Téllez; Elkin Darío Cuartas Arias

    2008-01-01

    OBJETIVO: explorar si la preeclampsia y la hipertensión gestacional son factores de riesgo para los estados prehipertensivo e hipertensivo a las doce semanas posparto. DISEÑO: estudio descriptivo prospectivo de pacientes del área metropolitana del valle de Aburrá, hospitalizadas por preeclampsia o hipertensión gestacional, a quienes se les atendió el parto en el Hospital Universitario San Vicente de Paúl de Medellín, Colombia, y se les hizo seguimiento hasta las doce semanas posparto. MÉTODO:...

  17. Prevalencia de los genotipos fimA II y fimA IV de Porphyromonas gingivalis en un grupo de mujeres mexicanas con diabetes gestacional en la región centro de México

    OpenAIRE

    García-Reyna,Roberto Arturo; Terrones Saldivar,María del Carmen; Malacara-Rosas,Angélica María; Zaragoza-Velásquez,Nicolás; Rosas-Cabral,Alejandro; Gutiérrez Campos,Rafael

    2014-01-01

    La diabetes gestacional (DG) es una de las complicaciones médicas que más frecuentemente afectan a las mujeres embarazadas; algunos autores reportan una prevalencia entre el 9,7 y el 13,9%. La DG puede ser causa de efectos adversos como: nacimiento pretérmino, macrosomia, nacimiento por cesárea, hiperbilirrubinemia, hipertensión gestacional, así como la predisposición de desarrollar posteriormente diabetes mellitus tipo 2 y síndrome metabólico. La literatura señala la asociación entre los mic...

  18. Percepção de risco como estratégia de convívio comensal com jovens órfãos pelo HIV/AIDS em São Paulo, SP, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Aparecida Moreira

    2017-05-01

    Full Text Available No contexto do HIV/AIDS, estratégias comensais são acordadas pelas famílias para reduzir riscos. Com o objetivo de identificar percepções de risco nos convívios comensais desenvolveu-se estudo qualitativo com jovens órfãos pela AIDS. Os dados foram obtidos durante entrevista com questões sobre o cotidiano. Utilizou-se a proposta de Wright Mills do artesanato intelectual, na qual os sujeitos são considerados atores históricos e sociais. As estratégias mediante a percepção de risco ao HIV/AIDS foram consideradas acordos pactuados pela família para assegurar a interação social. Foi possível observar que as estratégias incluem a restrição do toque e do contato corporal; separação de utensílios e inutilização da comida tocada por soropositivos. A percepção de risco pode ser decorrente da inconstância dos achados científicos e de crenças que reforçam o processo de estigma e discriminação.

  19. Avaliação do risco epidemiológico e do desempenho dos programas de controle de tuberculose nas Regiões de Saúde do estado de Santa Catarina, 2003 a 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Adam Mendonça

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o risco epidemiológico e o desempenho dos programas de controle de tuberculose segundo Regiões de Saúde do estado de Santa Catarina, Brasil, no período de 2003 a 2010. MÉTODOS: estudo ecológico com dados fornecidos pela vigilância epidemiológica estadual, compreendendo 4 indicadores de risco e 11 de desempenho do programa; calculou-se a mediana de cada indicador por Região e atribuiu-se pontos conforme a distribuição percentilar, permitindo-se a criação de um índice de gravidade. RESULTADOS: verificou-se a existência de diferentes níveis de risco de morbimortalidade e distintos índices de desempenho das ações de controle da tuberculose nas Regiões de Saúde; o índice de gravidade permitiu identificar 6 Regiões de maior gravidade, 9 intermediárias e 6 de menor gravidade, com diferenças nos escores de risco e desempenho (p<0,001. CONCLUSÃO: evidenciou-se grande variedade de nichos de gravidade distribuídos nas diversas Regiões, bem como diversidade no empenho da gestão administrativa para seu enfrentamento.

  20. Riscos de acidentes com materiais perfurocortantes no setor de urgência de um hospital público Risks of accidents with needlestick materials at the urgency sector of a public hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Francineide Andrade da Silva

    2016-10-01

    Full Text Available Objetivo: Conhecer os fatores de risco relacionados aos acidentes com material perfurocortante presente no trabalho dos técnicos de enfermagem do setor de atendimento de urgência de um hospital público. Método:Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa realizado com 14 profissionais. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas semi-estruturadas, no período de julho a setembro de 2010 e analisados seguindo a análise temática categorial. Resultados: As categorias emergidas dos discursos dos entrevistados foram: situações de urgências e emergências, adesão aos Equipamentos de Proteção Individual, Descuido e armazenamento inadequado do material perfurocortante. Conclusão: Observou-se que as condições de trabalho no setor de urgência necessitam ser revistas, a fim de oferecer um ambiente adequado para minimizar os riscos ocupacionais durante o desenvolvimento dos procedimentos de enfermagem. Descritores: Saúde do trabalhador, riscos ocupacionais, fatores de risco.

  1. Ecocardiograma e fatores de risco cardiovascular em obesos graves

    OpenAIRE

    Elaine Gonçalves Moreira Rocha, Isaura

    2003-01-01

    Introducão: Alterações em parâmetros hemodinâmicos e na função cardíaca ocorrem na obesidade grave, em associação a outros fatores de risco cardiovascular, como dislipidemia, hipertensão arterial e diabete melito. Material e métodos: Foi descrito o perfil clínico, metabólico, ecocardiográfico e o risco de doença cardiovascular, avaliado através do escore de Framingham, em 32 obesos graves candidatos à gastroplastia, no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, entre jane...

  2. Drogas em áreas de risco: o que dizem os jovens Drugs in risk areas: what young people say

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anacely Guimarães Costa

    2012-06-01

    Full Text Available A pesquisa teve como ponto de partida um planejamento comunitário para discussão da situação de saúde de uma das principais áreas de risco de Fortaleza-Ceará, no qual o tema das drogas ganhou destaque. Pretendeu-se entrar em contato com o que os adolescentes da área percebiam como fatores de risco e de proteção para consumo de drogas em sua comunidade. Trata-se de um estudo qualitativo em que foi usado o grupo focal como técnica para obtenção de informações. O tratamento dos dados foi o de sistematizar temas comuns, dividindo-os em duas categorias de análise: fatores de risco e de proteção para o envolvimento com drogas. Nas falas dos adolescentes, percebeu-se que coexistem múltiplos fatores que se relacionam, ora aparecendo como aspectos de influência, ora como protetores, entre eles: família, grupo social, escola, vida em área de risco e mídia. Por outro lado, as redes sociais de apoio apareceram essencialmente como protetoras. Também percebeu-se que alguns assuntos foram levantados de forma transversal aos temas centrais, como as perspectivas de vida desses jovens e a necessidade de políticas públicas, importantes no apoio às redes sociais, à família e na atuação em áreas de risco. Assim, o que se põe em questão é a impossibilidade de consenso sobre os fatores exclusivos de risco ou de proteção. A partir disso, destaca-se a importância de potencializar a discussão e provocar reflexões a respeito da possibilidade de modos de vida fora do circuito das drogas.The research has as starting point a community planning to discuss the health status of one of the key risk areas of Fortaleza, Ceará state, in which the theme of drugs was highlighted. It was intended to get in touch with what young people perceive as factors of risk and protection for drug abuse in their community. It is a qualitative study in which the focus group was used as technique for obtaining information. Data processing systematized common

  3. Risk factors for the increasing trend in low birth weight among live births born by vaginal delivery, Brazil Fatores de risco para a tendência ascendente do baixo peso ao nascer em nascidos vivos de parto vaginal no Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco A Barbieri

    2000-12-01

    vaginal em Ribeirão Preto, Sudeste do Brasil. A primeira incluiu 4.698 crianças nascidas entre junho de 1978 e maio de 1979 e a segunda 1.399 crianças nascidas entre maio e agosto de 1994. Os riscos de BPN foram testados num modelo de regressão logística, incluindo interações entre ano da pesquisa e todas as variáveis independentes em análise. RESULTADOS: A incidência de BPN entre partos vaginais aumentou de 7,8% em 1978/79 para 10% em 1994 para crianças do sexo feminino, para os primogênitos, para nascidos de mães sem companheiro, para nascidos de mães que fizeram menor número de consultas pré-natais ou com menos anos de estudo e para nascidos de mães fumantes. A interação entre ano do parto e idade gestacional indicou que o risco de BPN entre os nascidos prematuros caiu de 17,8 para 8,7 em 15 anos. A média do peso ao nascer reduziu-se mais entre os filhos de famílias mais qualificadas, que tiveram o maior aumento nos nascimentos pré-termo e nas mães sem companheiro. CONCLUSÕES: O BPN entre partos vaginais aumentou principalmente devido ao incremento nos nascimentos pré-termo e nas mães sem companheiro. A associação entre cesariana e BPN tendeu a encobrir as diferenças socioeconômicas na probabilidade do BPN. Na análise dos partos vaginais isoladamente, as diferenças socioeconômicas reapareceram.

  4. Câncer gástrico: fatores de risco em clientes atendidos nos serviços de atenção terciária em um município do interior paulista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teixeira Jesislei Bonolo do Amaral

    2003-01-01

    Full Text Available Realizamos o presente estudo com clientes com diagnóstico de câncer gástrico e submetidos a cirurgia, com o objetivo de identificar a exposição aos fatores de risco para a doença. Foram sujeitos do estudo 24 clientes que concordaram em participar através da assinatura do termo de consentimento livre, respondendo a um instrumento semi-estruturado, elaborado segundo a perspectiva do Campo de Saúde. A análise dos dados possibilitou identificar que 50,1% apontaram como fatores responsáveis dieta inadequada, tabagismo, etilismo e problemas psicológicos. Dentre o consumo de alimentos considerados de risco, encontramos tendência de maior consumo de enlatados, embutidos, defumados, churrasco e frituras, além de indicação de dietas com alto teor de sódio. Fumantes foram encontrados 66,7% ou que já fumaram e 70,8% indicaram consumo de bebida alcoólica, preferencialmente cerveja e destilados. Esses dados indicam a necessidade de implementação de programas educativos que visem o esclarecimento sobre os fatores de risco com vistas à promoção da saúde.

  5. Concentrações séricas de progesterona, 17 b-estradiol e cortisol durante o final do próestro, estro e diestro gestacional em cadelas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benetti Ana Helena

    2004-01-01

    Full Text Available Neste estudo, foram utilizadas 7 cadelas sem raça definida, adultas e hígidas, copuladas com macho hígido, após exame andrológico, para acompanhamento das variações hormonais de progesterona, 17b-estradiol e cortisol a partir do final do próestro, durante o estro e diestro gestacional em fêmeas da espécie canina. As avaliações séricas do cortisol foram iniciadas no período de estro. A citologia vaginal esfoliativa foi utilizada como parâmetro auxiliar para a determinação das fases do ciclo estral, mais especificamente para análise do melhor momento para cópula, através da presença das células superficiais queratinizadas visibilizadas nas lâminas. Os resultados obtidos mostraram concentrações médias de progesterona elevando-se discretamente no final do próestro (de 1,56 para 2,85ng ml-1, concomitante com o início do declínio dos valores de estradiol no mesmo período (de 20,93 para 18,81pg ml-1. Durante a gestação pôde-se observar concentrações elevadas de progesterona (36,90ng ml-1, havendo declínio apenas no terço final (4,10ng ml-1, quando também pôde ser notada, por um momento, ligeira elevação das concentrações médias de 17b-estradiol (2,46pg ml-1. O aumento do cortisol sérico foi notado na última semana da gestação havendo, antes disso, alterações significativas (P<0,05 nas concentrações séricas baseadas nos padrões descritos em literatura. No pós-parto imediato a redução do cortisol sérico (6,52ng ml-1 foi considerada relevante de acordo com as concentrações detectadas na última semana da gestação (22,27ng ml-1. A progesterona esteve mantida em níveis basais no pós-parto imediato (< 1ng ml-1.

  6. Enterocolite necrosante em recém-nascidos de muito baixo peso em uma unidade neonatal de alto risco do Nordeste do Brasil (2003-2007 Necrotizing enterocolitis in very low weight newborns at a high risk neonatal unit in the Northeast region of Brazil (2003-2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Taciana Duque Braga

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar a incidência de enterocolite necrosante (ECN, no período de 2003 a 2007, em crianças nascidas com muito baixo peso e descrever as características da assistência prestada a esses recém-nascidos. MÉTODOS: estudo longitudinal retrospectivo conduzido em uma unidade neonatal de alto risco com uma amostra de 1028 recém-nascidos de muito baixo peso, excluindo-se os menores de 750 g. A frequência de ECN foi observada do primeiro até o trigésimo dia de vida, ou até a sua ocorrência ou óbito, considerando-se o que ocorresse primeiro em um período de cinco anos. ECN foi definida pelo critério de Bell (estágio ≥2. Utilizou-se o qui-quadrado de tendência para avaliar o comportamento das variáveis categóricas ao longo dos cinco anos. RESULTADOS: ECN ocorreu em 55 dos 1028 recém-nascidos (5,3%. Observou-se maior incidência de ECN no ano de 2005 (19/204 com uma significante redução no ano de 2007 (8/195, entretanto, essa variação não caracterizou uma tendência (p=0,45. Observou-se aumento significante do uso de antibióticos,de nutrição parenteral, de corticóide antenatal e do consumo de leite materno e uma redução na média da idade gestacional de 2,4 semanas entre 2003 e 2007. CONCLUSÕES: a incidência de ECN foi variável, sem tendência de ascensão ou queda. Observou-se um incremento na cobertura de corticoide antenatal, aumento na utilização de leite materno e redução no consumo de fórmula. Mais estudos são necessários para melhor avaliar a contribuição dessas medidas na não progressão da incidência da ECN, apesar de tratar-se de uma população com risco elevado para essa doença.OBJECTIVES: to assess the incidence of nectrotizing enterocolitis (NEC, between 2003 and 2007, in children born with a very low weight and to describe the care provided for these newborns. METHODS: a retrospective longitudinal study was carried out at a high-risk neonatal unit with a sample of 1028 newborns with

  7. Estudos de atmosfera

    OpenAIRE

    Carlos Eduardo Riccioppo

    2016-01-01

    Joker e Estudos de balística possuíam formas distintas dos cadernos ou livros quando foram exibidos pela primeira vez, na mostra Dual Overdrive. De algum modo, o flagrante das imagens dos cartazes da campanha política parisiense e daquelas cusparadas sobre o asfalto era preservado no modo como eram mostrados os trabalhos, que repunham não apenas a orientação espacial dos objetos fotografados, mas, igualmente, sua escala: Joker apresentava-se na parede, em dimensões relativamente próximas às d...

  8. um estudo de caso

    OpenAIRE

    Costa, Cátia Filipa Pereira da

    2011-01-01

    Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Psicologia Jurídica As situações de abuso sexual de crianças nas quais o perpetrador pertence ao sexo feminino obtiveram ao longo dos últimos anos um acrescido reconhecimento por parte da comunidade científica, evidenciado pelo significativo incremento das investigações no âmbito desta temática consistindo na sua maioria estudos de caso. Um conjunto de particularidades encont...

  9. Dissecação da aorta - fatores de risco no município de Sorocaba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mahonri Faria Guitti

    2007-07-01

    Full Text Available Objetivo: a dissecação aguda da aorta (DAA representa um evento catastrófico que, a despeito da terapêutica instituída, tem altos índices de mortalidade em qualquer lugar do planeta. O objetivo principal do estudo foi identificar os fatores de risco na população estudada. Método: estudo de observação, analítico, de agregado, do tipo coorte não concorrente, envolvendo 243 pacientes submetidos à necropsia no Serviço de Verificação de Óbito da FCM, do CCMB-PUC/SP, no período de dez anos. Estratificação da população alvo em amostras de estudo sendo o primeiro grupo (G1 formado por portadores de dissecação crônica da aorta e o segundo grupo (G2 por portadores de dissecação aguda da artéria. Análise comparativa para amostras independentes e por análise de contingência. Erro alfa admitido de cinco por cento. Trabalho aprovado pela Comissão de Ética da Instituição. Resultados: evidenciou-se significância estatística para: hipertensão arterial sistêmica (HAS (P=0.0030, aterosclerose prévia (P=0,0058 e uso de drogas tóxicas vaso-ativas (P=0,0058. Conclusões: os fatores de risco identificados na casuística foram: HAS, aterosclerose e uso de drogas tóxicas vaso-ativas. Não houve superioridade das imagens no diagnóstico da DAA quando comparadas à necropsia (P=0,072 e a prevalência da doença na casuística foi de 4,94%.

  10. Estudo de ovários fetais equinos: uma abordagem histológica1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela D. de Moraes

    Full Text Available RESUMO: O estudo do desenvolvimento embriológico de órgãos reprodutivos representa uma ferramenta importante para a compreensão das particularidades da espécie equina, assim como ampliar os conhecimentos sobre o desenvolvimento de folículos antrais que podem ser utilizados para produção in vitro de embriões. O presente trabalho teve como objetivo descrever as alterações morfológicas de ovários fetais equinos ocorrentes durante o desenvolvimento gestacional. Foram utilizados fetos equinos provenientes de abatedouro. Imediatamente após o abate foi realizada medição da distância cefalococcígea para o cálculo da idade gestacional em dias (dias de gestação - DG e dissecação dos fetos para a retirada e fixação dos ovários. Foram realizadas avaliações macroscópicas e histológicas pelas técnicas de Hematoxilina-eosina e PAS. Foram utilizados 19 fetos com idade de 50-269 dias de gestação, distribuídos em 9 grupos de DG. Na avaliação macroscópica foi observada diferença entre o volume dos ovários de acordo com a idade gestacional, sendo observado maior volume ovariano entre os dias 210 a 269 de desenvolvimento gestacional. Na avaliação histológica foi observado epitélio de revestimento cúbico e distinção entre as camadas cortical e medular nos ovários fetais a partir de 50-89 DG. As principais características identificadas foram à distinção morfológica entre as camadas cortical e medular nos ovários fetais equinos: os cordões ovígeros surgiram no intervalo de 150-179 DG; o córtex iniciada como uma camada delgada e por volta do 210º dia de gestação apresentou espessamento pelo aumento da quantidade de tecido conjuntivo rico em vasos sanguíneos, o qual se manteve até os estágios finais da gestação; a região medular adquiriu uniformidade estrutural por volta do 150º dia, mostrando células similares em tamanho e vasos sanguíneos de calibre maior. A partir desta etapa, as células medulares

  11. Fatores de risco para mortalidade neonatal em crianças com baixo peso ao nascer Factores de riesgo para mortalidad neonatal en niños con bajo peso al nacer Risk factors for neonatal mortality among children with low birth weight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adolfo Monteiro Ribeiro

    2009-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os fatores de risco associados aos óbitos neonatais em crianças com baixo peso ao nascer. MÉTODOS: Realizou-se um estudo de coorte, composto pelos nascidos vivos com peso entre 500 g e 2.499 g, residentes no Recife (PE, entre 2001 e 2003, produtos de gestação única e sem anencefalia. Os dados sobre os 5.687 nascidos vivos e 499 óbitos neonatais, provenientes do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos e do Sistema de Informações sobre Mortalidade, foram integrados pela técnica de linkage. Em modelo hierarquizado, as variáveis dos níveis distal (fatores socioeconômicos, intermediário (fatores de atenção à saúde e proximal (fatores biológicos foram submetidas à análise univariada e regressão logística multivariada. RESULTADOS: Com o ajuste das variáveis na regressão logística multivariada, as variáveis do nível distal que permaneceram significantemente associadas com o óbito neonatal foram: a coabitação dos pais, número de filhos vivos e tipo de hospital de nascimento; no nível intermediário: número de consultas no pré-natal, complexidade do hospital de nascimento e tipo de parto; e no nível proximal: sexo, idade gestacional, peso ao nascer, índice de Apgar e presença de malformação congênita. CONCLUSÕES: Os principais fatores associados à mortalidade neonatal nos nascidos vivos com baixo peso estão relacionados com a atenção à gestante e ao recém-nascido, redutíveis pela atuação do setor saúde.OBJETIVO: Analizar los factores de riesgo asociados a los óbitos neonatales en niños con bajo peso al nacer. MÉTODOS: Se realizó un estudio de cohorte, compuesto por los nacidos vivos con peso entre 500 g y 2.499 g, residentes en Recife (Noreste de Brasil, entre 2001 y 2003, productos de gestación única y sin anencefalia. Los datos sobre los 5.687 nacidos vivos y 499 óbitos neonatales, provenientes del Sistema de Informaciones sobre Nacidos Vivos y del Sistema de

  12. Fatores de risco e profilaxia para tromboembolismo venoso em hospitais da cidade de Manaus Risk factors and prophylaxis for venous thromboembolism in hospitals in the city of Manaus, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson de Oliveira Andrade

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar e classificar os fatores de risco para tromboembolismo venoso (TEV em pacientes internados, avaliando as condutas médicas adotadas para a profilaxia da doença. MÉTODOS: Estudo observacional, de corte transversal no período de janeiro a março de 2006, envolvendo uma população de pacientes internados em três hospitais na cidade de Manaus (AM. A estratificação do risco para TEV foi feita com base nos critérios da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular e da International Union of Angiology. Foram avaliados variáveis sobre os fatores de risco clínicos, cirúrgicos e medicamentosos, assim como os métodos profiláticos para TEV. Os dados foram analisados estatisticamente, adotando-se um alfa de 5% e IC95%. Os dados qualitativos foram analisados pelo teste do qui-quadrado e os dados quantitativos pelo teste t de Student. RESULTADOS: Foram estudados 1.036 pacientes num total de 1.051 internações, sendo 515 (49,7% homens e 521 (50,3% mulheres. Um total de 23 de fatores de risco para TEV foram identificados (número total de eventos, 2.319. O risco estratificado para TEV foi de 50,6%, 18,6% e 30,8% das internações para risco alto, moderado e baixo, respectivamente. Em 73,3% das internações, não foram adotadas medidas profiláticas não-medicamentosas durante o período do estudo, e em 74% das internações que apresentavam risco moderado ou alto, não foram adotadas quaisquer medidas terapêuticas medicamentosas. CONCLUSÕES: Este estudo evidenciou que, na população estudada, os fatores de risco foram frequentes e que medidas profiláticas não foram utilizadas para pacientes com riscos potenciais de desenvolverem TEV e suas complicações.OBJECTIVE: To identify and classify risk factors for venous thromboembolism (VTE in hospitalized patients, as well as to evaluate medical practices regarding prophylaxis for the disease. METHODS: An observational cross-sectional study, carried out between

  13. IDENTIFACAÇÃO DE EVENTOS DE RISCO DO AGRONEGÓCIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Gonçalves de Faria Corrêa

    2017-04-01

    Full Text Available Através de uma contextualização inicial sobre a gestão de riscos no agronegócio, este trabalho se propõe a identificar os principais eventos de risco do agronegócio. A realização desta atividade se justifica pelo fato de ela ser uma etapa fundamental para o processo de gestão de riscos. Através de uma revisão sistemática da bibliografia, são encontrados mais de 1997 artigos, dos quais 57 são selecionados para fornecerem os principais eventos de risco agropecuários. Como resultado, encontraram-se oito categorias de eventos de riscos para 86 eventos de risco. As principais fontes de risco são de produção e do mercado. Esta compilação de eventos de riscos é oportuna para o desenvolvimento da gestão de riscos no agronegócio.

  14. Desnutrição, inflamação e outros fatores de risco para doença cardio vascular em pacientes sob diálise peritoneal.

    OpenAIRE

    Gusmão, Maria Helena Lima

    2007-01-01

    p. 1-116 Avaliar a associação entre desnutrição, inflamação e outros fatores de risco para doença cardiovascular em pacientes sob diálise peritoneal contínua. Métodos Estudo transversal, envolvendo 61 pacientes em Diálise Peritoneal Contínua em duas Unidades de Diálise em Salvador-Ba. O estado nutricional foi avaliado por meio da Avaliação Subjetiva Global. Realizou-se a dosagem de Proteína C Reativa Ultra Sensível para determinar inflamação. Foram estudados fatores de risco tradicionais p...

  15. Fatores de risco para internação por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade

    OpenAIRE

    Macedo,Silvia Elaine Cardozo; Menezes,Ana Maria Baptista; Albernaz,Elaine; Post,Paulo; Knorst,Marli

    2007-01-01

    OBJETIVO: Avaliar fatores de risco para hospitalização por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade. MÉTODOS: Estudo de casos e controles na cidade de Pelotas, RS. Os casos foram crianças de até um ano de idade, que se hospitalizaram por doença respiratória aguda, de agosto de 1997 a julho de 1998. Os controles foram crianças da comunidade, da mesma idade, sem hospitalização prévia por essa doença. Um questionário investigando exposição a fatores de risco foi aplicado às mães...

  16. Contribuição do fomento do órgão florestal de Minas Gerais na lucratividade e na redução de riscos para produtores rurais

    OpenAIRE

    Cordeiro,Sidney Araújo; Silva,Márcio Lopes da; Jacovine,Laércio Antônio Gonçalves; Valverde,Sebastião Renato; Soares,Naisy Silva

    2010-01-01

    O objetivo deste estudo foi realizar a análise financeira e a simulação de risco de investimento em projetos de reflorestamentos com eucalipto visando à produção de carvão e madeira para celulose, com e sem fomento florestal do Instituto Estadual de Florestas (IEF/MG). A análise financeira foi realizada mediante os métodos de avaliação de projetos florestais, e para a análise de risco utilizou-se a técnica de simulação de Monte Carlo, por meio do programa @RISK. Entre os projetos testados, aq...

  17. Situação sociodemográfica e de saúde reprodutiva pré e pós-gestacional de adolescentes, Feira de Santana, Bahia, Brasil Pre- and post-gestational sociodemografic and reproductive characteristics of adolescent mothers in Feira de Santana, Bahia, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia C. B. Paraguassú

    2005-04-01

    Full Text Available O objetivo foi caracterizar mudanças sociodemográficas e de saúde reprodutiva pré e pós-gestacional de mulheres que foram mães na adolescência em Feira de Santana (BA. Estudo transversal, com amostragem aleatória por conglomerados de 438 mulheres de 10 a 24 e que freqüentaram as Unidades Básicas de Saúde do município, de agosto a dezembro de 2001. Na análise estatística, calculou-se média, desvio padrão e teste de Mcnemar. Constatou-se que no período pré-gestacional, 84,8% cursavam nível fundamental, sendo 41,8% de 17 a 19 anos, 66,0% eram solteiras, 62,6% moravam com suas famílias, 91,2% não procuraram o serviço de planejamento familiar e 60,9% não faziam uso de contraceptivos. No período pós-gestacional verificou-se, com resultados estatisticamente significantes, aumento das proporções do ensino médio (22,0%; da comunhão livre (60,6%; procura ao planejamento familiar (43,7%; uso de contraceptivos (70,8%; abandono escolar (27,6% e diminuição do uso de condom (19%; 44,5% relataram outros filhos, com maiores proporções naquelas de 10 a 16 anos (12,6%, com iniciação sexual precoce e aborto (22,8%. Após a gravidez na adolescência foi constatado o abandono escolar, maior coabitação com parceiro, procura ao planejamento familiar, uso de contraceptivos, presença de novos filhos.The objective was to study pre- and post-gestational changes in the sociodemografic and reproductive health of women who were adolescent mothers, in Feira de Santana, Bahia, Brazil. A sectional study design was used, with a randomly selected conglomerates of 438 females who seeked medical attention at the Basic Health Services. For the statistical analysis, the average, standard deviation and test of Mcnemar. During the pre-gestational period 84.8% of them frequented primary schools, 41.8% were 17 to 19 years old. Furthermore, 66.0% were singles, 62.6% lived with their families. Family Planning Services was not sought out by 91.2% and 60

  18. Desigualdades sociodemográficas nos fatores de risco e proteção para doenças crônicas não transmissíveis: inquérito telefônico em Campinas, São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Maria Stolses Bergamo Francisco

    Full Text Available OBJETIVO: identificar e analisar desigualdades sociodemográficas em fatores de risco e proteção para a saúde. MÉTODOS: estudo transversal de base populacional realizado em Campinas-SP, com 2.015 adultos (≥18 anos entrevistados pelo Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico - Vigitel - em 2008; estimaram-se prevalências e razões de prevalência de fatores de risco e proteção e respectivos intervalos de confiança de 95%, sobre amostra probabilística coberta por telefonia fixa. RESULTADOS: observaram-se desigualdades sociodemográficas nos fatores de risco e proteção avaliados: fumantes e ex-fumantes corresponderam a 17,1% e 20,7%, respectivamente, aproximados 47,0% apresentaram excesso de peso e apenas 13,4% referiram prática de atividade física; em geral, os fatores de risco foram mais prevalentes entre homens e indivíduos menos escolarizados. CONCLUSÃO: os distintos comportamentos em saúde observados contribuem para a definição de prioridades, alocação de recursos e delineamento de programas de redução de desigualdades sociodemográficas na Saúde.

  19. Estudo do Efeito do Ãcido CinÃmico e Cinamato de Metila no Metabolismo GlicolipÃdico em Camundongos

    OpenAIRE

    Aline Maria Parente de Freitas

    2014-01-01

    As dislipidemias e o diabetes apresentam-se como importantes fatores de risco nas doenÃas cardiovasculares. Quando se associa ao estresse oxidativo podem acelerar a progressÃo das lesÃes aterosclerÃticas. Estudos com produtos naturais fornecem dados interessantes no controle dessas doenÃas. No presente estudo foram utilizados dois compostos derivados da canela, o Ãcido cinÃmico (AC) e cinamato de metila (CM), semelhantes estruturalmente e com atividades biolÃgicas e farmacolÃgicas jà descrita...

  20. Perdas extremas em mercados de risco Extreme losses in risk markets

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo A Arraes

    2006-12-01

    Full Text Available Neste artigo, infere-se sobre a distribuição de valores extremos de uma variável aleatória representada pelas severas perdas diárias em investimentos financeiros. A Teoria dos Valores Extremos (TVE fundamenta a modelagem de eventos gravosos raros, com expressivas conseqüências econômicas associadas a probabilidades muito pequenas de ocorrerem. Uma das grandes preocupações, na análise de riscos, é desenvolver técnicas para prever essas ocorrências excepcionais. Assim, as caudas das distribuições desses eventos raros são importantes para o estudo do risco, tornando a TVE uma ferramenta de grande valia para a estimação mais acurada do risco dessas perdas elevadas. Investigou-se, neste trabalho, a estimação de perdas máximas esperadas para séries financeiras, empregando-se: i métodos tradicionais, que utilizaram todos os dados amostrais para analisar a variável aleatória em questão e ii a metodologia dos Valores Extremos, particularmente a da Distribuição Generalizada dos Valores Extremos (DGVE, que utilizou apenas um conjunto de máximos amostrais para a estimação das perdas máximas esperadas. Concluiu-se que os métodos tradicionais subestimaram as perdas esperadas, sobretudo nas proximidades dos limites das caudas das distribuições, e que a DGVE mostrou-se bem mais eficiente na previsão dessas perdas extremas nas séries analisadas: Ibovespa, Merval, Dow Jones.This paper aims to infer about the distribution of extremes values of a continuous random variable, represented as the severe daily losses in financial markets investments. The Extreme Value Theory (EVT plays a fundamental role in modeling rare events associated with great losses and very small probabilities of occurrence. One of the great concerns in risk management is to develop analytic techniques to foresee those exceptions. In that way, the tails of the rare losses' probability density function (pdf are of great importance in evaluating that kind of

  1. Onde está o risco? Os seguros no contexto do turismo de aventura Where is the risk? Insurance in the context of adventure tourism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mary Jane Spink

    2004-08-01

    Full Text Available A indústria de seguros vem respondendo à crescente exposição deliberada ao risco no contexto do turismo de aventura. Os seguros constituem apenas uma das possíveis aplicações de tecnologias do risco, mas têm se tornado um dos elementos centrais nos diferentes tipos de contratos estabelecidos pelas operadoras de turismo. Procuramos, neste artigo, responder à pergunta: de quem é a responsabilidade pelos danos, quando o risco é ativamente procurado como forma de lazer? Abordaremos inicialmente a inserção da proposta de estudo no contexto da literatura sobre risco e aspectos gerais da regulação do turismo de aventura no Brasil. A seguir, por meio de estudo de caso de uma operadora de turismo de aventura, analisaremos como é garantida a segurança do usuário no jogo de relações entre mercado de turismo, seguros e Estado. Concluiremos com breves considerações sobre a partilha dos danos e responsabilidades entre operadoras de seguros e de turismo, Estado e usuários, apontando ainda para possíveis mudanças no cenário atualmente configurado.The insurance industry has been quick to respond to the increase in deliberate exposure to risk in the context of adventure tourism. Although insurance is only one aspect of the possible applications of risk technologies, it has become a central element in the variety of contracts established between tourism operators and clients. This article addresses the question: who has responsibility for damages incurred when risk is actively sought in leisure pursuits? Initially we'll discuss risk-adventure in the context of the literature on risk and the regulation of adventure tourism in Brazil. Based on a case study of a tourism office offering leisure activities in nature, it proceeds with an analysis of how client safety is guaranteed in the network of relationships involving tourism market, insurance industry and State regulation. It concludes with brief considerations about the distribution of

  2. Racionalidade e métodos: registro da prática clínica em pacientes de alto risco cardiovascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alberto Piva e Mattos

    2011-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Até o momento, nenhum registro brasileiro foi desenhado para documentar a prática clínica em relação ao atendimento de pacientes de alto risco cardiovascular em uma representativa e ampla amostra de centros investigadores, incluindo hospitais públicos e privados em âmbito nacional. Sendo assim, este estudo permitirá identificar os hiatos na incorporação de intervenções com benefício comprovado em nosso meio. OBJETIVO: Elaborar um registro dedicado à aferição da prática clínica brasileira no que se refere ao atendimento do paciente cardiovascular classificado como de alto risco. MÉTODOS: Estudo observacional do tipo registro, prospectivo, visando documentar a prática clínica atual aplicada a nível ambulatorial para pacientes de alto risco cardiovascular, classificados quando da presença de uma das variáveis: evidência de doença arterial coronariana, doença cerebrovascular, vascular periférica, em diabéticos ou não diabéticos; ou na presença de pelo menos três dos seguintes fatores de risco cardiovascular: hipertensão arterial sistêmica, tabagismo ativo, dislipidemia, idade superior a 70 anos, nefropatia crônica, história familiar de doença arterial coronariana e ou doença carotídea assintomática. Os pacientes serão coletados em 43 centros de todas as regiões brasileiras, incluindo hospitais públicos e privados, assim como em unidades básicas de atendimento a saúde, e revisados clinicamente até um ano após a inclusão. RESULTADOS: Os resultados serão apresentados um ano após o início da coleta (setembro de 2011, e consolidados, após a reunião da população e dos objetivos almejados posteriormente. CONCLUSÃO: A análise deste registro multicêntrico permitirá projetar uma perspectiva horizontal do tratamento dos pacientes acometidos da doença cardiovascular no Brasil.

  3. Fatores de risco para o desenvolvimento de criancas atendidas em Unidades de Saude da Familia, ao final do primeiro ano de vida: aspectos sociodemograficos e de saude mental materna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debora Gerardo Ribeiro

    2014-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é verificar fatores de risco e proteção para o desenvolvimento de crianças de 1 ano, atendidas em unidades de saúde da família. Estudo transversal com 65 crianças de aproximadamente 1 ano, atendidas em duas Unidades de Saúde da Família, e suas respectivas mães. Avaliou-se o desenvolvimento através de um teste de screening para rastreamento de risco. As mães responderam a uma entrevista e ao SRQ-20 para identificar indicadores de transtorno mental comum (TMC. Realizou-se análise descritiva dos dados e procedeu-se a análise estatística inferencial. Estavam em risco para o desenvolvimento global 43,1% das crianças e as áreas mais afetadas foram linguagem e motricidade fina; 44,6% das mães pontuaram para indicativo de transtorno mental comum, quando a criança tinha 1 ano. Na análise bivariada, depressão referida, tabagismo, infecções na gravidez, TMC após o nascimento e trabalhar fora associaram-se significativamente com o desenvolvimento da criança. Após os ajustes, apenas TMC apresentou-se como fator de risco e trabalhar fora fator de proteção. Para aumentar as chances de sucesso de programas direcionados a crianças com risco para o desenvolvimento em unidades de saúde parece importante ter dois focos: a estimulação da criança e a saúde mental materna.

  4. Risco de distúrbios psiquiátricos menores em área metropolitana na região Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Souza Maria de Fátima Marinho

    1998-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever e analisar as características associadas ao risco de ocorrência de distúrbios psiquiátricos menores para a categoria de motoristas e cobradores de ônibus urbanos na cidade de São Paulo (Brasil, em 1990. METODOLOGIA: Estudou-se a prevalência dos distúrbios psiquiátricos menores (DPM em uma amostra de 925 motoristas e cobradores, controlando e identificando as variáveis de confundimento existentes, através da análise de regressão logística, utilizando-se um modelo progressivo, passo a passo. RESULTADOS: Observou-se uma prevalência de DPM de 20,3% no conjunto dos dois grupos de trabalhadores, sendo significativamente maior entre os cobradores (28% do que entre os motoristas (13% (p < 0,0001. A análise de regressão logística mostrou o trânsito intenso (or = 1,99; com intervalo de confiança de 95% = 1,39-2,84 e a condição ocupacional de cobrador (or = 1,84; ic95% = 1,09-3,10 como os fatores de maior risco para os DPM. Além desses, mostraram-se fatores de risco, o déficit de sono (dormir menos que 6 horas diárias, o absenteísmo, utilização de banco sem mecanismos de regulagem, migração da região Nordeste e alterações na escala de trabalho. CONCLUSÕES: O risco para a categoria ocupacional cobrador sugere a importância deste trabalho específico como determinante do sofrimento psíquico, levando a considerar-se a relação com os passageiros como um possível fator de risco, pois esta é nuclear no trabalho do cobrador. Recomenda-se a realização de novos estudos que busquem entender melhor a relação com os passageiros, a especificidade do trabalho do cobrador e do motorista e seus problemas de saúde, de modo a subsidiar-se mudanças na organização do trabalho do sistema.

  5. Risco de distúrbios psiquiátricos menores em área metropolitana na região Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Marinho Souza

    1998-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever e analisar as características associadas ao risco de ocorrência de distúrbios psiquiátricos menores para a categoria de motoristas e cobradores de ônibus urbanos na cidade de São Paulo (Brasil, em 1990. METODOLOGIA: Estudou-se a prevalência dos distúrbios psiquiátricos menores (DPM em uma amostra de 925 motoristas e cobradores, controlando e identificando as variáveis de confundimento existentes, através da análise de regressão logística, utilizando-se um modelo progressivo, passo a passo. RESULTADOS: Observou-se uma prevalência de DPM de 20,3% no conjunto dos dois grupos de trabalhadores, sendo significativamente maior entre os cobradores (28% do que entre os motoristas (13% (p < 0,0001. A análise de regressão logística mostrou o trânsito intenso (or = 1,99; com intervalo de confiança de 95% = 1,39-2,84 e a condição ocupacional de cobrador (or = 1,84; ic95% = 1,09-3,10 como os fatores de maior risco para os DPM. Além desses, mostraram-se fatores de risco, o déficit de sono (dormir menos que 6 horas diárias, o absenteísmo, utilização de banco sem mecanismos de regulagem, migração da região Nordeste e alterações na escala de trabalho. CONCLUSÕES: O risco para a categoria ocupacional cobrador sugere a importância deste trabalho específico como determinante do sofrimento psíquico, levando a considerar-se a relação com os passageiros como um possível fator de risco, pois esta é nuclear no trabalho do cobrador. Recomenda-se a realização de novos estudos que busquem entender melhor a relação com os passageiros, a especificidade do trabalho do cobrador e do motorista e seus problemas de saúde, de modo a subsidiar-se mudanças na organização do trabalho do sistema.

  6. CINEMA E ESCOLA, SOB O RISCO DA DEMOCRACIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cezar Migliorin

    2010-06-01

    Full Text Available Cinema e escola, sob o risco da democracia. Ensaio sobre a presença do cinema na escola e a dimensão política dessa prática a partir das características e potências do cinema. O ensaio desenvolve uma reflexão sobre a relação entre estética e democracia e a conexão desta com a educação.

  7. Neurocomportamento de recém-nascidos a termo, pequenos para a idade gestacional, filhos de mães adolescentes Neurobehavior of full-term small for gestational age newborn infants of adolescent mothers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina C. de Moraes Barros

    2008-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar o neurocomportamento de recém-nascidos a termo pequenos (PIG e adequados (AIG para a idade gestacional, filhos de mães adolescentes. MÉTODOS: Estudo transversal prospectivo de nascidos a termo AIG e PIG, com 24-72 horas de vida, sem afecções do sistema nervoso central. Os neonatos foram avaliados por meio da Neonatal Intensive Care Unit Network Neurobehavioral Scale (NNNS para: habituação, atenção, despertar, controle, manobras para a orientação, qualidade dos movimentos, excitabilidade, letargia, reflexos não ótimos, assimetria, hipertonia, hipotonia e sinais de estresse e abstinência. A comparação dos grupos AIG e PIG foi feita por análise de variância e teste do qui-quadrado. Aplicou-se a regressão multivariada para analisar os fatores associados ao escore de cada variável do NNNS. RESULTADOS: Dos 3.685 nascidos no local do estudo, 928 (25% eram de mães adolescentes. Desses, 477 satisfizeram os critérios de inclusão, sendo 419 (88% AIG e 58 (12% PIG. A análise univariada não mostrou diferença em nenhuma das variáveis da NNNS entre os PIG e os AIG. Na análise multivariada, os PIG nascidos de parto vaginal apresentaram menor escore na variável qualidade de movimentos do que os nascidos por cesárea. Os PIG nascidos com anestesia local ou sem anestesia apresentaram maior escore na variável excitabilidade do que os nascidos sob anestesia loco-regional. Os PIG femininos tiveram menor escore na variável sinais de estresse/abstinência que os masculinos. CONCLUSÃO: Os recém-nascidos PIG de mães adolescentes mostraram menor qualidade de movimento, mais excitabilidade e mais sinais de estresse, em associação com o sexo do neonato e com variáveis relacionadas ao parto.OBJECTIVE: To compare the neurobehavior of small (SGA and adequate (AGA for gestational age full-term neonates born to adolescent mothers. METHODS: This prospective cross-sectional study included full-term newborn infants aged 24

  8. Gratidão em Contextos de Risco: Uma Relação Possível?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone dos Santos Paludo

    2015-09-01

    Full Text Available O presente artigo pretende apresentar e discutir as contribuições teóricas e empíricas sobre a gratidão, bem como a possível relação existente entre gratidão e contexto de risco. Historicamente, a ciência psicológica preocupou-se em investigar patologias, negligenciado os aspectos saudáveis dos seres humanos. No entanto, tal paradigma tem sido questionado pelo movimento da Psicologia Positiva que propõe um olhar para as potencialidades e virtudes humanas. A gratidão está inserida no rol de relevantes aspectos saudáveis e positivos do desenvolvimento humano. Embora crescente o interesse pelo estudo dessa emoção, ainda, são escassas as publicações acadêmicas sobre a temática. Existe uma ampla discussão sobre o conceito de gratidão como emoção, virtude moral, recurso das forças pessoais, afeto moral e característica afetiva. Embora as divergências sejam evidentes é possível identificar um consenso sobre os benefícios propostos por essa experiência, especialmente nos contextos de risco. No entanto, é necessário questionar como a gratidão pode emergir e ser cultivada em situações de total adversidade. 

  9. Conhecimento sobre fatores de risco para hipertensão arterial sistêmica por discentes do curso de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ayla de Araujo Beserra

    2017-03-01

    Full Text Available Dentre as doenças crônicas não transmissíveis, a hipertensão arterial sistêmica (HAS é o maior problema de saúde social dos países desenvolvidos e em muitos dos emergentes. Nesse sentindo, objetivou-se identificar os fatores de risco dos discentes de enfermagem para o desenvolvimento da HAS em um centro de ensino superior de saúde na cidade de Arcoverde, Pernambuco. Trata-se de um estudo de caráter descritivo e exploratório com abordagem quantitativa. A amostra foi composta por 33 discentes, que cursavam o primeiro e o sexto período do curso superior de enfermagem. As variáveis estudadas foram: identificações, socioeconômicos e comportamentais. Em relação ao gênero, dos alunos consultados, apresentaram-se em maior porcentagem os do gênero feminino, informando que fazem uso de bebida alcoólica e apresentam hábitos saudáveis de alimentação. Evidenciou-se à inatividade física, sendo o fator mais citado dos riscos modificáveis, e os antecedentes familiares e a raça, fatores estes intrínsecos não modificáveis. Quanto ao nível de conhecimento sobre a HAS, nos dois períodos, é caracterizado como insuficiente sobre a doença hipertensiva. Torna-se necessário aprofundar alguns conhecimentos sobre HAS dos estudantes e a implementação de orientações sobre a prática de atividade física como um fator preventivo para HAS.

  10. Fatores de risco cardiovascular e consumo alimentar em cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Elisabete Hilgenberg

    2016-04-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é investigar a prevalência de fatores de risco cardiovascular e inadequações de consumo alimentar em cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira e a associação com sexo e ano de formação. Estudo transversal com 166 cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira, em Pirassununga – SP, entre junho e dezembro de 2013. Foram avaliadas medidas antropométricas, parâmetros bioquímicos e clínicos, nível de atividade física, tabagismo e consumo alimentar. Testes de Qui-Quadrado de Pearson ou Exato de Fisher foram utilizados. A prevalência de excesso de peso (IMC >25,0 kg/m2 foi de 29,7% nos homens e de 16,7% nas mulheres. Hipertensão arterial foi prevalente em 15,2% dos homens. Verificou-se hipercolesterolemia em 50,7% dos cadetes; 24,3% apresentaram valores elevados de lipoproteína de baixa densidade e, 11,2%, lipoproteína de alta densidade baixa. Houve associação entre tempo de permanência na Academia e lipoproteína de alta densidade baixa. Observou-se consumo elevado de gorduras saturadas (87,2% e de colesterol (42,7%. A ingestão inadequada de fibras foi verificada em 92,7% da amostra. Observou-se considerável prevalência de fatores de risco cardiovascular entre os cadetes, principalmente hipercolesterolemia e consumo alimentar inadequado.

  11. LDL oxidada: Como um fator de risco para doença cardiovascular no transplante renal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adele Soltani

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivos: A taxa de mortalidade de pacientes com doença renal crônica (DRC, que tenham sido submetidos à terapia de substituição renal, é muito elevada devido a doenças cardiovasculares (DCV. Alguns estudos indicaram que a ciclosporina A (CsA, um medicamento utilizado para prevenir a rejeição de transplante, está associada à perda óssea após o transplante. Além disso, ela tem um efeito oxidante sobre os lipídeos circulantes. Seu efeito pró-oxidante nas membranas celulares provoca a liberação de cálcio. Este estudo teve como objetivo analisar se o transplante renal pode ou não resultar em melhora no estresse oxidativo (EO; e avaliar a associação entre a LDL oxidada (LDL-ox e algumas variáveis na predição do risco de DCV em pacientes transplantados renais (TR, comparados com o grupo controle. Materiais e Métodos: Um total de 30 pacientes com DRC foram recrutados para avaliação das alterações dependentes do tempo no biomarcador de EO antes e após TR. Foram avaliados: LDL-ox, parâmetros do metabolismo dos lipídeos, a CsA, creatinina, cálcio e fosfato tanto antes do TR, 10 dias e 6 meses após o TR, em comparação com o grupo controle (n = 30. Resultados: após 6 meses, a concentração de LDL-ox mudou de 79,7 ± 9,7-72 ± 7 mU/ml (p < 0,009. O nível de fosfato de cálcio foi positivamente correlacionado com a concentração de LDL-ox (R = 0,467, p = 0,011 e ciclosporina (r = 0,419, p = 0,024 6 meses após o transplante. Conclusão: Os resultados indicaram que a restauração da função renal pelo transplante, melhora o estresse oxidativo induzido pela uremia. O produto de fosfato de cálcio, como um fator de risco independente para DCV, correlaciona-se com o LDL-ox antes do TR e 6 meses após o TR. O produto de fosfato de cálcio também se correlaciona com a ciclosporina no grupo TR.

  12. Risco para amamentação ineficaz: um diagnóstico de enfermagem Risco para el amamantamiento ineficaz: un diagnostico de enfermería Risk of ineffective breast-feeding: a nursing diagnosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Silveira Viera

    2004-12-01

    Full Text Available Este estudo objetiva apresentar o diagnóstico de enfermagem risco para amamentação ineficaz em mães com filho prematuro hospitalizados em uma UTI neonatal. O estudo de caso delineou a metodologia do estudo, constituindo-se a amostra de 35 mães. Encontrou-se este diagnóstico em 100% da amostra, obtendo como fatores de risco:prematuridade; oportunidade insuficiente para a amamentação ao seio, devido ao recém-nascido (RN estar hospitalizado; déficit de conhecimento quanto à manutenção da lactação; medo materno; inconstância da sucção do seio devido à separação; alimentação artificial do RN. Considera-se que a identificação de riscos para a não amamentação durante o período de hospitalização do RN possibilita o direcionamento de um cuidado de enfermagem voltado para a prevenção de um diagnóstico de amamentação ineficaz.Este estudio objetiva presentar el diagnóstico de enfermería riesgo para amamantamiento ineficaz en madres con hijo prematuro hospitalizados en una UTI neonatal. El estudio de caso delineó la metodología del estudio, constituyéndose la muestra de 35 madres. Se encontró este diagnóstico en 100% de la muestra, obteniendo como factores de riesgo: premadurez; oportunidad insuficiente para el amamantamiento al seno, debido al recién nacido (RN estar hospitalizado; déficit de conocimiento en lo que se refiere al mantenimiento de la lactancia; miedo materno; inconstancia de la succión del seno debido a la separación; alimentación artificial del RN. Se considera que la identificación de riesgos para que no se amamante durante el período de hospitalización del RN posibilita la dirección de un cuidado de enfermería volcado para la prevención de un diagnóstico de amamantamiento ineficaz.This study is aimed at presenting the 'risk of ineffective breast-feeding' nursing diagnosis regarding mothers of premature infants who are hospitalized in a neonatal Intensive Care Unit. The case study

  13. Lesao nasal precoce pelo uso da pronga nasal em recem-nascidos prematuros de muito baixo peso: estudo piloto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nathalie Tiemi Ota

    2013-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar, em recém-nascidos de muito baixo peso e com indicação de ventilação não invasiva via pronga nasal, a incidência do aparecimento precoce de lesão nasal. MÉTODOS: Série de casos prospectiva de nascidos com idade gestacional <37 semanas, peso <1.500g e idade pós-natal <29 dias. Os pacientes foram avaliados desde a instalação da pronga nasal até o 3o dia de uso, três vezes ao dia. Foram analisadas as condições clínicas dos pacientes, características do dispositivo e de sua aplicação. A análise inicial foi descritiva, verificando-se a prevalência de lesão nasal bem como os fatores a ela associados. Os dados categóricos foram analisados por qui-quadrado ou exato de Fisher e os dados numéricos, por teste t ou Mann-Whitney. RESULTADOS: Dezoito recém-nascidos foram incluídos, dos quais 12 (idade gestacional de 29,8±3,1 semanas, peso ao nascer de 1.070±194g e Score for Neonatal Acute Phisiology - Perinatal Extension (SNAPPE de 15,4±17,5 evoluíram com lesão nasal (Grupo Lesão e 6 (idade gestacional de 28,0±1,9 semanas, peso de 1.003±317g e SNAPPE de 26,2±7,5 não apresentaram lesão nasal (Grupo Sem Lesão. No Grupo Lesão, houve maior frequência do gênero masculino (75% versus 17%, a lesão apareceu em média após 18 horas e predominantemente no período notur no (75%. CONCLUSÃO: A incidência de lesão nasal em prematuros submetidos à ventilação não invasiva via pronga nasal foi elevada, sendo possível planejar estudo dos fatores associados, com base neste piloto.

  14. Prueba de tolerancia oral a la glucosa modificada en puérperas como diagnóstico retrospectivo de diabetes gestacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joel Cárdenas

    2004-03-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar la relación entre la prueba de tolerancia oral a la glucosa (PTOG en puérperas con macrosomia fetal y plantearla como método de diagnóstico retrospectivo para diabetes gestacional. Diseño de estudio: Estudio clínico, de corte transversal, analítico, casos y controles. Material y Métodos: Estudio de 142 puérperas, 71 con recién nacidos macrosómicos y 71 con recién nacidos con pesos en percentiles de la normalidad. Se realizó una PTOG modificada de dos horas (basal, 1h y 2 h, con 100 g de glucosa, entre las primeras 8 y 48 horas posparto (positivo si [glicemia 2h - basal] + [glicemia 1h - basal] 110 mg/dL. Se utilizó el SPSS 10,0 para crear la base de datos y realizar el análisis estadístico: análisis univariado, bivariado para evaluar la hipótesis, y finalmente un análisis multivariado. Resultados: La PTOG anormal resultó un factor de riesgo para macrosomia fetal, con un odds ratio ajustado de 5,9; IC95% 2,6-13,4. Se encontró asociación entre antecedente de macrosomia fetal, odds ratio 15,7; IC95% 1,9-123,6 y control prenatal odds ratio 5,7; IC95% 1,2-26,8. Conclusión: Existe relación entre la PTOG en puérperas y macrosomia fetal, que puede ser usada como prueba diagnóstica retrospectiva de diabetes gestacional.

  15. Adherencia de los profesionales al protocolo de manejo y red de apoyo familiar de sífilis gestacional y congénita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luz Myriam Tobón-Borrero

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar la adherencia de los profesionales médicos y de enfermería al protocolo de sífilis congénita y gestacional implementado por el Ministerio de la Protección Social. Materiales y Métodos: Estudio descriptivo longitudinal con una población de 215 gestantes y una muestra de 11 gestantes diagnosticadas con sífilis gestacional en 10 municipios de un departamento en Colombia entre febrero y abril de 2013. Se utilizaron como instrumentos el Familiograma, Faces III (Olson, Lista de chequeo protocolo. Medidas de tendencia central. Participación voluntaria bajo consentimiento informado. Resultados: la media poblacional es de 20 años, baja escolaridad, amas de casa, en unión libre, todas afiliadas a seguridad social. El 60% corresponde a familias nucleares, faces III: 50% familias equilibradas, 30% moderadas y 20% extremas. Protocolo: Una gestante no tuvo control prenatal, el 54,5% no registran factores de riesgo, 60,3% diagnosticadas en tercer trimestre, 36,3% de recién nacidos con sífilis congénita, no se registra seguimiento serológico, no hay registro educativo a la paciente ni a la pareja, no hay valoración de genitales ni piel en examen físico de las gestantes, atención a RN incompleta, tratamiento suministrado adecuado. Conclusiones: Predominio de las familias nucleares y equilibradas, con capacidad de aprender de las crisis. No hay adherencia total al protocolo, no hay seguimiento por parte de los profesionales que brindan atención y cuidado a la usuaria. Se evidencia falta de educación continua en el tema al profesional de enfermería como líder del proceso en la región.

  16. Prevalência de fatores de risco coronariano em praticantes de futebol recreacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.H.G. Gomides

    2016-06-01

    Conclusão: Os fatores de risco coronariano mais prevalentes nos praticantes de futebol recreacional foram o excesso de peso, o sedentarismo e a hipercolesterolemia, apresentando classificação de risco médio e crescimento com o aumento da idade, sobretudo após os 31 anos.

  17. Estimativa do risco de infecção tuberculosa em populações vacinadas pelo BCG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arantes Gilberto Ribeiro

    1992-01-01

    Full Text Available A revacinação de escolares com BCG, capaz de restaurar a alergia remanescente de vacinação realizada nos primeiros meses de vida, porém incapaz de modificar a alergia devida à infecção pelo M. tuberculosis, possibilitaria a quantificação da parcela dessa população infectada pelo bacilo de Koch. Foi desenvolvida pesquisa com o objetivo de avaliar a aplicabilidade desses pressupostos na estimativa do risco de infecção tuberculosa em áreas sob elevada cobertura com BCG. A população de estudo foi constituída por escolares com 6 a 9 anos de idade freqüentando escolas municipais da zona leste da cidade de São Paulo, durante o primeiro semestre letivo de 1988. De 11.455 vacinados, apenas 7.470 foram submetidos ao teste tuberculínico, revacinados em seguida e retestados dez semanas depois. Destes, 3.314 tinham sido vacinados no primeiro trimestre de vida com meia dose e os demais 4.156 receberam dose plena acima dessa idade (75% no primeiro ano de vida, 20% no segundo e 5% no terceiro. A contagem dos infectados, pelo confronto dos resultados pré e pós vacinais em tabelas de correlação, foi realizada segundo os critérios do método original e modificação introduzida pelos autores, separadamente para os vacinados no primeiro trimestre de vida e após essa idade. O risco de infecção foi, respectivamente, 0,35% e 0,37% com o critério original e 0,45% e 0,49% com o modificado. O referencial médio disponível para a área estudada, estimado por outros métodos, foi 0,55%. As diferenças entre critérios e idades e destes com o referencial não foram significantes (P > 0,05. Os resultados sugerem que o método é aplicável para a estimativa do risco de infecção tuberculosa na idade escolar, em vacinados com BCG no primeiro ano de vida, com dose plena de vacina.

  18. Estimativa do risco de infecção tuberculosa em populações vacinadas pelo BCG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Ribeiro Arantes

    1992-04-01

    Full Text Available A revacinação de escolares com BCG, capaz de restaurar a alergia remanescente de vacinação realizada nos primeiros meses de vida, porém incapaz de modificar a alergia devida à infecção pelo M. tuberculosis, possibilitaria a quantificação da parcela dessa população infectada pelo bacilo de Koch. Foi desenvolvida pesquisa com o objetivo de avaliar a aplicabilidade desses pressupostos na estimativa do risco de infecção tuberculosa em áreas sob elevada cobertura com BCG. A população de estudo foi constituída por escolares com 6 a 9 anos de idade freqüentando escolas municipais da zona leste da cidade de São Paulo, durante o primeiro semestre letivo de 1988. De 11.455 vacinados, apenas 7.470 foram submetidos ao teste tuberculínico, revacinados em seguida e retestados dez semanas depois. Destes, 3.314 tinham sido vacinados no primeiro trimestre de vida com meia dose e os demais 4.156 receberam dose plena acima dessa idade (75% no primeiro ano de vida, 20% no segundo e 5% no terceiro. A contagem dos infectados, pelo confronto dos resultados pré e pós vacinais em tabelas de correlação, foi realizada segundo os critérios do método original e modificação introduzida pelos autores, separadamente para os vacinados no primeiro trimestre de vida e após essa idade. O risco de infecção foi, respectivamente, 0,35% e 0,37% com o critério original e 0,45% e 0,49% com o modificado. O referencial médio disponível para a área estudada, estimado por outros métodos, foi 0,55%. As diferenças entre critérios e idades e destes com o referencial não foram significantes (P > 0,05. Os resultados sugerem que o método é aplicável para a estimativa do risco de infecção tuberculosa na idade escolar, em vacinados com BCG no primeiro ano de vida, com dose plena de vacina.

  19. Fatores de risco maternos associados à acidose fetal Maternal risk factors associated with fetal acidosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Mauro Madi

    2010-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar os fatores de risco maternos associados à acidose fetal. MÉTODOS: estudo tipo caso-controle composto por 188 recém-nascidos, sendo que 47 compuseram o grupo casos (pH de artéria umbilical OBJECTIVES: to assess maternal risk factors associated with fetal acidosis. METHODS: a case-control type study was conducted of 188 neonates, of whom 47 comprised the case group (umbilical arterial pH <7.0 and 141 the control (umbilical arterial pH E7.1 <7.3. The study included only single-gestation neonates without congenital malformations. Both maternal and fetal variables were taken into consideration. Statistical analysis involved the calculation of the raw and adjusted Odds Ratio, Student's t-test, the chi-squared test and multivariate analysis using Enter-method non-conditional logistic regression. The level of statistical significance was set at p<0.05. RESULTS: in the case group higher percentages of caesarian sections and pre-term births were observed, involving almost five times as much intensive care and twenty-five times more likelihood of Apgar in the 5th minute <7. No association was observed between the groups and fetal presentation, mother's age, history of miscarriage, years of schooling of mother or attendance at prenatal sessions. After multivariate analysis, the only risk factors that remained significant were complications relating to the placenta or the umbilical cord. Deliveries involving complications relating to the placenta or the umbilical cord were three times more likely to involve fetal acidemia. CONCLUSIONS: acidemia among neonates was associated with a higher percentage of caesarians, premature births, a need for intensive care and treatment and an Apgar index of <7 in the 5th minute. After multivariate analysis, complications relating to premature displacement of the placenta and the umbilical cord were the only remaining risk factors associated with fetal acidemia.

  20. Suggestion of an inverse relationship between perception of occupational risks and work-related injuries Sugestão de uma associação inversa entre percepção de riscos ocupacionais e acidentes do trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Cordeiro

    2002-02-01

    Full Text Available Worker perception of risk influences worker behavior and consequently exposure to risks. However, an inverse relationship between perception of occupational risks and work-related injuries has not yet been clearly established. A matched case-control was performed aiming to investigate possible differences in perception of occupational risks between workers who had suffered occupational injuries and those who had not. Cases were defined as all 93 workers from a large metallurgical factory in southeastern Brazil, who had suffered occupational injuries during the year 1996. Controls were 372 workers who had not suffered occupational injuries, matched on the basis of the factory sector and jobs performed. Assessment of occupational risk perception was performed by asking the workers to fill out a questionnaire consisting of questions on specific risks related to problems in work relations, work per se, and mode of production. The findings suggest that the degree of perception that workers with occupational injuries have of some occupational risks is lower than that of their non-injured coworkers.A percepção que o trabalhador tem dos riscos ocupacionais a que está exposto, influencia seu comportamento e sua própria exposição a riscos. Entretanto, uma relação inversa entre percepção de riscos ocupacionais e acidentes do trabalho, embora especulada, não foi ainda claramente estabelecida. Este é um estudo caso-controle objetivando investigar a existência de diferenças na percepção de riscos ocupacionais entre trabalhadores acidentados e não acidentados. Os casos foram todos os 93 trabalhadores de uma grande metalúrgica de Botucatu, que sofreram acidentes do trabalho no ano de 1996. Para cada caso foram aleatoriamente alocados quatro controles não acidentados, emparelhados segundo a seção de trabalho e a função do trabalhador acidentado na semana do acidente. A mensuração da percepção de riscos ocupacionais de casos e controles

  1. Análise do nível de adesão ao disclosure do risco de mercado pelos bancos com ações negociadas na BM&FBOVESPA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Costa da Silva Zonatto

    2015-05-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é analisar o nível de adesão ao disclosure do risco de mercado pelas instituições financeiras com ações negociadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros (BM&F Bovespa, no tocante às recomendações do Acordo de Basileia II, em especial pelos bancos listados nos Níveis Diferenciados de Governança Corporativa da BM&F Bovespa. A metodologia utilizada na pesquisa consistiu num estudo descritivo, realizado por meio de uma pesquisa documental, com abordagem quantitativa dos dados. Os dados foram analisados por meio de consulta aos demonstrativos financeiros padronizados de 2010, disponibilizados por 24 bancos no sitio da BM&F Bovespa. Para tratar os dados foram utilizados o teste de Kolmogorov-Smirnov e o teste não-paramétrico de Mann-Whitney. A análise dos dados permitiu identificar os fatores que evidenciam o grau de transparência das informações relacionadas ao risco de mercado que se tornam necessárias para a tomada de decisão dos stakeholders dessas organizações. Os resultados encontrados indicam que instituições participantes de diferentes níveis de governança corporativa apresentam maior adesão às recomendações do Novo Acordo de Basileia para o disclosure do risco de mercado, do que as instituições participantes do mercado tradicional. No entanto, a partir da aplicação do teste não-paramétrico de Mann-Whitney, verificou-se que as práticas de disclosure das organizações em estudo não possuem diferenças estatisticamente significativas.

  2. A RELAÇÃO DE RISCO E RETORNO NAS EMPRESAS INTEGRANTES DO ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL NO PERÍODO DE 2008 a 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego Rodrigues Boente

    2012-06-01

    Full Text Available O mercado financeiro mundial identificou a eminência por investimento socialmente responsável tocado pelas organizações empresariais devido à pressão da sociedade em incentivá-las a seguir o modelo de desenvolvimento sustentável e, por isso, criou índices com o objetivo de reuni-las como forma de averiguar a rentabilidade dessas aplicações: no Brasil, em 2005, foi criado o índice de ustentabilidade empresarial (ISE. Tal questão representa um desafio para as organizações porque existe uma controvérsia acerca disso, pois, de um lado, a corrente teórica do shareholder defende que as empresas devem gerar valor somente ao acionista e, pela corrente teórica do stakeholder, esse grupo se estende à sociedade, clientes, fornecedores etc. Diante dessa controvérsia acadêmica, estudos realizados no cenário brasileiro verificaram se as organizações sustentáveis foram mais lucrativas ou não em relação às organizações que não adotaram essa prática, no entanto os resultados apontados nesses estudos foram conflitantes entre si. Desse modo, como forma de contribuir para discussão do tema, este estudo teve como objetivo investigar a relação de risco e retorno das empresas integrantes do ISE no período de 2008 a 2010, verificando se elas apresentaram retornos médios maiores e riscos sistêmicos menores. Para alcançar esse objetivo foi utilizado o teste F a 5% de significância. Os resultados encontrados sugerem que a diferença dos retornos médios e dos riscos sistemáticos da amostra, comparados aos valores de um grupo controle pares a ela, não foram significativas, portanto as empresas listadas no ISE não ofereceram vantagens relevantes em nenhum período analisado. Recomendam-se outras pesquisas sobre o tema incluindo o segmento bancos pertencentes ao ISE e um período maior de investigação.

  3. Lung cancer risk in painters: a meta-analysis Risco de câncer de pulmão em pintores: uma meta-análise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neela Guha

    2011-08-01

    Full Text Available We conducted a meta-analysis to quantitatively compare the association between occupation as a painter and the incidence or mortality from lung cancer. PubMed and the reference lists of pertinent publications were searched and reviewed. For the meta-analysis, we used data from 47 independent cohort, record linkage, and case-control studies (from a total of 74 reports, including > 11,000 incident cases or deaths from lung cancer among painters. Three authors independently abstracted data and assessed study quality. The summary relative risk (meta-RR, random effects for lung cancer in paint-ers was 1.35 [95% confidence interval (CI, 1.29-1.41; 47 studies] and 1.35 (95% CI, 1.21-1.51; 27 studies after controlling for smoking. The relative risk was higher in never-smokers (meta-RR = 2.00; 95% CI, 1.09-3.67; 3studies and persisted when restricted to studies that adjusted for other occupational exposures (meta-RR = 1.57; 95% CI, 1.21-2.04; 5 studies. These results support the conclusion that occupational exposures in painters are causally associated with the risk of lung cancer.Conduziu-se uma meta-análise para comparar quatitativamente a associação entre o trabalho de pintor e a incidência ou mortalidade por câncer de pulmão. PubMed e listas de referência de publicações pertinentes foram pesquisadas e revisadas. Para a análise, foram usados dados de 47 estudos de caso, coorte independente e ligação de dados (de um total de 74 relatórios, incluindo > 11 mil casos de incidentes ou morte por câncer de pulmão entre pintores. Três autores coletaram dados e avaliaram a qualidade de estudo. O risco relativo (meta-RR, efeitos aleatórios de câncer de pulmão em pintores foi de 1,35 [95% intervalo de confiança (IC, 1,29-1,41; 47 estudos] e 1,35 (95% IC, 1,21-1,51; 27 estudos depois de se destacar os fumantes. O risco relativo foi maior naqueles que nunca fumaram (meta-RR = 2.00; 95% CI, 1,09-3,67; 3 estudos e persistiu quanto restringido a

  4. Comparação do controle postural em cinco tarefas de equílibrio e a relação dos riscos de quedas entre idosas e adultas jovens

    OpenAIRE

    Gil, André Wilson de Oliveira; Silva, Rubens Alexandre da; Oliveira, Marcio Rogério de; Carvalho, Carlos Eduardo; Oliveira, Deise Aparecida de Almeida Pires

    2017-01-01

    RESUMO O envelhecimento é um processo natural que acarreta mudanças intrínsecas e extrínsecas ao organismo. O objetivo é analisar cinco tarefas de equilíbrio postural em idosas através da Plataforma de força, correlacionando com o risco de quedas avaliado pelo teste Timed Up and Go (TUG). Participaram do estudo 43 idosos e 40 adultos jovens, todos do sexo feminino, que foram avaliadas em uma plataforma de força com um protocolo padrão: descalças, com os braços ao longo do corpo nas tarefas bi...

  5. Raiva humana transmitida por cães: áreas de risco em Minas Gerais, Brasil, 1991-1999 Human rabies transmitted by dogs: risk areas in Minas Gerais, Brazil, 1991-1999

    OpenAIRE

    Cristiana Ferreira Jardim de Miranda; José Ailton da Silva; Élvio Carlos Moreira

    2003-01-01

    Com o objetivo de identificar e caracterizar as diferentes áreas de risco para a raiva humana transmitida por cães em Minas Gerais, realizou-se um estudo observacional retrospectivo quali-quantitativo, no período de 1991 a 1999. Utilizou-se a divisão do estado em 25 Diretorias Regionais de Saúde (DRS), vinculadas à Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG). Os indicadores estudados foram a estimativa de população canina, a ocorrência de raiva canina e felina confirmada por exames...

  6. Sintomas e fatores de risco para asma entre escolares piauienses Síntomas y factores de riesgo para el asma entre escolares piauienses Symptoms and risk factors for asthma among piauiense schoolchildren

    OpenAIRE

    Gessianne Carvalho Castro; Lívia Kênia de Carvalho Sousa; Paula Valentina de Sousa Vera; Luisa Helena de Oliveira Lima; Edina Araújo Rodrigues Oliveira; Rúbia Fernanda Santos Lima; Luis Fernando Beserra Magalhães; Nileide Lima Araújo; Marcos Venícios de Oliveira Lopes

    2012-01-01

    OBJETIVOS: Analisar a prevalência de sintomas de asma entre escolares de seis a sete anos do município de Picos-PI; e identificar fatores de risco associados à doença. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com crianças de 6 e 7 anos de Picos em novembro de 2010 a maio de 2011. Para coletar os dados, foi utilizado um formulário adaptado do Internacional Study of Asthma and Allergies in Childhood. Os dados foram analisados com base na estatística descritiva e analítica. RESULTADOS: Dentre as 23...

  7. EVIDENCIAÇÃO DA GESTÃO DE RISCOS DO COSO (2004 NOS RELATÓRIOS DA ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS BRASILEIRAS COM ADRs [doi: 10.5329/RECADM.20100902001

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinícius Costa da Silva Zonatto

    2010-11-01

    Full Text Available Diego M. Coraiola 12.00 Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE RESUMO O estudo objetiva analisar o conteúdo de evidenciação da gestão de riscos, tendo como referência a metodologia do Committee of Sponsoring Organizations of the Treadway Commission (COSO (2004, nos relatórios da administração das empresas brasileiras com emissão de American Depositary Receipt (ADRs na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE. Estudo descritivo foi realizado por meio de pesquisa documental, utilizando-se da técnica da análise de conteúdo nos relatórios da administração de 28 empresas, tendo como unidade de registro o termo risco. Foram identificados 400 termos relacionados à gestão de riscos em ambientes de controle. O ambiente que apresenta maior evidenciação de termos relacionados à gestão de riscos é o ambiente de controle, e o menor, resposta ao risco. Conclui-se que não há uniformidade nas informações divulgadas pelas empresas a respeito das práticas de gestão de riscos. Em geral, divulgam ações relativas às atividades de controle e identificação de riscos, mas não indicam como respondem a estes riscos.   Palavras-Chave Evidenciação; gestão de riscos; coso; relatório da administração; empresas com adrs.     RISK MANAGEMENT OF COSO (2004 DISCLOSED ON THE ADMINISTRATION REPORTS OF BRAZILIAN COMPANIES ISSUING ADRs   ABSTRACT The goal of this study is analyze the content of the risk management disclosed, having as reference the methodology of Committee of Sponsoring Organizations of the Treadway Commission (COSO (2004, disclosed on the administration reports of Brazilian companies issuing American Depositary Receipts (ADRs in the New York Stock Exchange (NYSE.  A descriptive study was conducted through documental research, using the technique of content analysis on the administration reports of 28 companies, having as unit record the term risk. Were identified 400 terms related to risk management in control

  8. Fatores de risco para a síndrome hipertensiva específica da gravidez - doi:10.5020/18061230.2009.p48

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zélia Maria de Sousa Araújo Santos

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar os fatores de risco da Síndrome Hipertensiva Específica da Gestação (SHEG em gestantes acompanhadas em núcleo de atenção médica integrada. Método: Estudo exploratório-descritivo realizado com 100 gestantes acompanhadas no ambulatório de pré-natal